WorldWideScience

Sample records for dos transtornos mentais

  1. Em busca das origens desenvolvimentais dos transtornos mentais Searching for the developmental origins of mental disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme V. Polanczyk

    2009-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A psicopatologia desenvolvimental é uma disciplina que integra perspectivas epidemiológicas, sociais, genéticas, desenvolvimentais e de psicopatologia para entender as origens e o curso dos transtornos mentais. Neste artigo, são discutidos abordagens e conceitos utilizados para compreender as origens desenvolvimentais dos transtornos mentais. RESULTADOS: A psicopatologia desenvolvimental entende que os transtornos mentais são possíveis desfechos do processo de desenvolvimento e são dependentes de influências sociais, genéticas e ambientais. Esses diversos fatores estão inter-relacionados de diferentes formas e em diferentes níveis, exercendo um efeito dimensional. São discutidos: a abordagens para determinar causalidade entre eventos ambientais e transtornos mentais; b a importância de entendimento dos mecanismos biológicos através dos quais fatores ambientais e genéticos atuam; c fatores genéticos predizendo a exposição a estressores ambientais; e d fatores genéticos moderando o efeito de estressores ambientais. CONCLUSÕES: As origens dos transtornos mentais podem ser iluminadas por dados de estudos que utilizam enfoques e conceitos complementares e que integrem influências sociais, genéticas, ambientais e desenvolvimentais.INTRODUCTION: Developmental psychopathology is a discipline that integrates epidemiological, social, genetic, developmental, and psychopathological perspectives to understand the origins and courses of mental disorders. In the present paper, theoretical concepts and approaches applied with the purpose of understanding the developmental origins of mental disorders are discussed. RESULTS: According to developmental psychopathology, mental disorders are possible outcomes of the developmental process that depend upon social, genetic, and environmental influences. These factors are linked in different ways and levels, exerting a dimensional effect. The following factors are addressed: a

  2. "A querela dos direitos": loucos, doentes mentais e portadores de transtornos e sofrimentos mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael De Tilio

    2007-08-01

    Full Text Available Implementar e garantir direitos básicos aos portadores de sofrimento mental são necessidades que a reforma psiquiátrica exigiu. Mas, se em tese estes são considerados sujeitos-de-direito, os códigos legislativos brasileiros ainda os qualificam como incapazes e periculosos. Pretendeu-se, através de leituras da produção científica da área, destacar concepções e práticas sobre a loucura desde a Antigüidade até os atuais conflitos entre as concepções reformistas e os Códigos Civil e Penal brasileiros. Como conclusão atenta-se à necessidade de se formarem profissionais cientes desses conflitos e dispostos a lutar pela reestruturação dos códigos e das práticas como maneira de efetivar os direitos desses cidadãos.

  3. Comportamento sedentário como discriminador dos transtornos mentais comuns em idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Alves dos Santos da Silva

    Full Text Available RESUMO Objetivo Analisar o comportamento sedentário (CS como discriminador dos Transtornos Mentais Comuns (TMC entre idosos. Métodos Estudo transversal com amostra composta por 310 indivíduos idosos, residentes no município de Ibicuí-BA. Foi utilizado um questionário contendo informações sobre características sociodemográficas, inatividade física no tempo livre e questões autorreferidas do tempo gasto sentado em um dia habitual da semana e de um dia do final de semana. Para estimar o ponto de corte do Comportamento Sedentário na discriminação dos TMC, utilizou-se a curva Receiver Operating Characteristic (ROC. Resultados A prevalência de TMC foi de 55,8%, sendo maior entre as mulheres (66,7%. Os maiores valores para a área sob as curvas ROC entre CS e TMC foi para o sexo masculino: CS/dia 0,58 (IC 95% = 0,49-0,67. Os pontos de corte propostos para CS/dia foram: homens: > 330 min/dia; mulheres: > 300 min/dia. Conclusão O comportamento sedentário é um indicador válido para identificação de suspeita de TMC em idosos, mostrando-se ser um fator de risco que deve ser observado pelos profissionais de saúde.

  4. A determinação biológica dos transtornos mentais: uma discussão a partir de teses neurocientíficas recentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luna Rodrigues Freitas-Silva

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: A compreensão dos processos de formação dos transtornos mentais vem se mostrando desafiadora desde a fundação do campo psiquiátrico. O desenvolvimento das neurociências proporcionou novo fôlego à expectativa de encontrar estritamente no funcionamento biológico a explicação para o surgimento dos transtornos mentais. No entanto, tal objetivo não vem sendo alcançado com a esperada facilidade, de modo que novas hipóteses começam a se destacar nas pesquisas neurocientíficas. Neste artigo, identificamos as noções de epigenética, neurodesenvolvimento e plasticidade como os principais indicativos de um novo modo de compreender a biologia dos fenômenos mentais. A complexidade genética, o papel formativo do ambiente e as variações que caracterizam a vulnerabilidade implicam importantes modificações nas principais teses sobre a determinação biológica dos transtornos mentais, sugerindo uma reconfiguração dos limites entre o "social" e o "biológico" nas pesquisas em neurociências.

  5. Afastamento do trabalho por transtornos mentais e estressores psicossociais ocupacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Silvestre Silva-Junior

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO: Introdução: Os transtornos mentais são a terceira principal causa de concessão de benefício previdenciário por incapacidade no Brasil. A exposição ocupacional a estressores psicossociais pode comprometer a saúde mental dos trabalhadores. Cabe ao perito médico previdenciário caracterizar se o adoecimento incapacitante está relacionado com as condições de trabalho. Objetivo: Avaliar os fatores associados ao afastamento do trabalho por transtornos mentais relacionados ao trabalho, em especial a percepção dos trabalhadores sobre fatores psicossociais no trabalho. Métodos: Estudo analítico realizado em São Paulo com 131 requerentes de auxílio-doença por transtornos mentais. Foram preenchidos questionários sociodemográfico, de hábitos/estilo de vida e fatores psicossociais no trabalho. Resultados: Os quadros mais frequentes foram transtornos depressivos (40,4%. Entre todos os requerimentos, 23,7% foram considerados relacionados ao trabalho. O perfil da maioria dos participantes era: sexo feminino (68,7%, até 40 anos de idade (73,3%, casado/união estável (51,1%, escolaridade igual ou superior a 11 anos (80,2%, não tabagista (80,9%, não ingeria bebida alcoólica (84%, fazia atividade física (77,9%. Sobre os fatores psicossociais, prevaleceu trabalho de alta exigência (56,5%, baixo apoio social (52,7%, desequilíbrio esforço-recompensa (55,7% e comprometimento excessivo (87,0%. Não houve associação estatística entre casos de transtornos mentais relacionados ao trabalho e as variáveis independentes. Conclusão: A concessão do benefício auxílio-doença acidentário não foi associada a variáveis sóciodemográficas, hábitos/estilo de vida ou fatores psicossociais no trabalho. A exposição ocupacional a estressores psicossociais esteve presente no relato da maioria dos trabalhadores afastados do trabalho por transtornos mentais. Entretanto, diversos casos não foram reconhecidos pela perícia m

  6. Prática de cuidar/cuidado aos portadores de transtornos mentais: concepção dos enfermeiros = Practice of care/caring for patients with mental disorders: perception of nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vidal, Fabiana Dias Lima

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer a concepção dos Enfermeiros dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS acerca do cuidar/cuidado de portadores de transtornos mentais e analisar as especificidades do cuidar/cuidado praticado. Materiais e Métodos: Estudo empírico, de caráter qualitativo, constituído a partir das falas de sete enfermeiros vinculados aos CAPS, coletadas através de entrevista semiestruturada, tendo como técnica a análise de conteúdo. Resultados: Desenharam-se quatro categorias: Cuidar/cuidado como atenção às necessidades do ser; Cuidar/cuidado como forma diferenciada/indiferenciada de cuidado; Cuidar/cuidado como reinserção social, respeito e atenção; Cuidar/cuidado como relacionamento difícil. Conclusão: Constatou-se que os enfermeiros mostram-se conscientizados do cuidar direcionado aos portadores de transtornos mentais e têm alcançado resultados surpreendentes, norteando seus limites e avanços na reabilitação e que o cuidar deve ser entendido e praticado de forma integral, humanizada e interdisciplinar

  7. Transtornos mentais e pobreza no Brasil: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dilma Ferreira da SILVA

    2012-12-01

    Full Text Available Os transtornos mentais são tidos como condições clinicamente significativas caracterizadas por alterações do modo de pensar e do humor ou por comportamentos associados com angústia e/ou deterioração do funcionamento pessoal. Objetivo: Avaliar a relação entre transtornos mentais e situação de pobreza no Brasil apresentada em estudos científicos. Método: Revisão sistemática da literatura científica referente ao período de 2004 a 2009 em busca integrada na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS. Resultados: Os estudos pesquisados apontaram uma associação entre os transtornos mentais comuns e fatores associados à pobreza. Grande parte dos estudos referem-se às mulheres como a população mais acometida pelos TMC. Verificou-se também essa associação na população infantil. Conclusão: As desigualdades sociais no Brasil foi associada a problemas de saúde mental na população. Fatores como baixa escolaridade e gênero feminino quando associados à pobreza aumentam a prevalência de TMC. Mulheres apresentam maior prevalência de transtornos mentais comuns. A situação econômica compromete igualmente a saúde mental infantil. A divergência de critérios para classificar pobreza pelos autores é um fator que enfraquece a comparação entre os estudos.

  8. Absenteísmo por transtornos mentais em trabalhadores de saúde em um hospital no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leni de Lima Santana

    Full Text Available RESUMO Objetivo Descrever o perfil de adoecimento por transtornos mentais e comportamentais em trabalhadores de saúde de um hospital de ensino no sul do Brasil. Métodos pesquisa quantitativa, epidemiológica transversal retrospectiva cuja coleta de dados ocorreu por meio de documentos institucionais utilizados para alimentar o Sistema de Monitoramento da Saúde do Trabalhador de Enfermagem e envolveu todos os afastamentos ocorridos em 2011. Resultados Foram contabilizados 55 registros de afastamentos por Transtornos Mentais e Comportamentais que totalizaram 317 dias de absenteísmo. Os Técnicos de Enfermagem foram os profissionais mais afastados com o equivalente a 29,09% dos registros. As Unidades de Terapia Intensiva representaram os setores com o maior número de dias de absenteísmo, totalizando 81% e os Episódios depressivos obtiveram a frequência mais significativa, 52,72% dos transtornos mentais. Conclusão Os resultados evidenciaram que os transtornos mentais em trabalhadores de saúde constituem uma realidade preocupante que necessitam urgentemente de intervenções.

  9. Practice of care/caring for patients with mental disorders: perception of nurses Prática de cuidar/cuidado aos portadores de transtornos mentais: concepção dos enfermeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Dias Lima Vidal

    2012-08-01

    Full Text Available Objective: To learn about the concepts of the Psychosocial Care Centers (CAPS nurses about the care/care of patients with mental disorders and to analyze the specific characteristics of care/care practiced. Materials and Methods: Empirical study, of a qualitative nature, composed from the discourse of seven nurses coupled to the CAPS, collected through semi-structured interview, using the content analysis technique. Results: Four categories were made: Care/caring as an attention to the human being needs; Care/caring as differentiated/undifferentiated care form; Care/caring as social reintegration, respect and care; Care/caring as a difficult relationship. Conclusion: We have found that the nurses are aware of the care directed to the mental disorder individuals and have achieved remarkable results, guiding their limits and advances in rehabilitation and that caring should be understood and practiced in an integral, humanized and interdisciplinary way.Objetivo: Conhecer a concepção dos Enfermeiros dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS acerca do cuidar/cuidado de portadores de transtornos mentais e analisar as especificidades do cuidar/cuidado praticado. Materiais e Métodos: Estudo empírico, de caráter qualitativo, constituído a partir das falas de sete enfermeiros vinculados aos CAPS, coletadas através de entrevista semiestruturada, tendo como técnica a análise de conteúdo. Resultados: Desenharam-se quatro categorias: Cuidar/cuidado como atenção às necessidades do ser; Cuidar/cuidado como forma diferenciada/indiferenciada de cuidado; Cuidar/cuidado como reinserção social, respeito e atenção; Cuidar/cuidado como relacionamento difícil. Conclusão: Constatou-se que os enfermeiros mostram-se conscientizados do cuidar direcionado aos portadores de transtornos mentais e têm alcançado resultados surpreendentes, norteando seus limites e avanços na reabilitação e que o cuidar deve ser entendido e praticado de forma integral

  10. Prevalência dos transtornos mentais na população adulta brasileira: uma revisão sistemática de 1997 a 2009 Prevalence of mental disorders in the Brazilian adult population: a systematic review from 1997 to 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Élem Guimarães dos Santos

    2010-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Esta revisão sistemática de literatura se propõe a verificar os índices de prevalência dos transtornos mentais na população adulta brasileira. MÉTODOS: Foram pesquisadas as bases de dados Medline e Lilacs, no período de 1997 a 2009, utilizando os seguintes descritores: "transtornos mentais", "estudos de prevalência", "Brasil" e seus correspondentes em inglês "mental disorders", "cross-sectional studies", "Brazil". Foram excluídos os artigos: sem resumo/abstract, sem descrição de estudo tipo transversal, sem descrição ou referência a estimativas que verificassem a prevalência de transtornos mentais, estudos com populações específicas, estudos com crianças, adolescentes e idosos e, ainda, os estudos escritos em outros idiomas diferentes do português, inglês e espanhol. Esses critérios resultaram na seleção de 25 artigos. RESULTADOS: Nos estudos analisados foram encontrados altos índices de prevalência geral de transtornos mentais na população adulta. Esses índices variaram entre 20% e 56%, acometendo principalmente mulheres e trabalhadores. DISCUSSÃO: Os estudos analisados nesta revisão mostraram um panorama geral dos transtornos mentais na população adulta brasileira, descrevendo como se dá a sua distribuição nessa população, apontando para taxas elevadas, muitas vezes associadas a sexo, idade, condições socioeconômicas, condições de trabalho e estilos de vida dos indivíduos.INTRODUCTION: This systematic review of literature aims to verify prevalence rates of mental disorders in the Brazilian adult population. METHODS: We searched the Medline and Lilacs in the period from 1997 to 2009 using the following descriptors: "mental disorders", "cross-section studies", "Brazil". Exclusion criteria of articles were: no abstract, no description of cross-sectional study, did not contain the estimate that would verify the prevalence of mental disorders, studies with specific populations and further

  11. Evaluation of common mental disorders in women with polycystic ovary syndrome and its relationship with body mass index Avaliação dos transtornos mentais comuns em mulheres com síndrome dos ovários policísticos e sua relação com o índice de massa corporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Eliane Gomes Rodrigues

    2012-10-01

    controls (p=0.008. CONCLUSIONS: Women with diagnosis of this disease have an almost three-fold increased likelihood of common mental disorders as compared with those without polycystic ovary syndrome. Although obesity is often observed in polycystic ovary syndrome, even women with a healthy body mass index have an increased risk of psychiatric comorbidity.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência dos transtornos mentais comuns em mulheres diagnosticadas com síndrome dos ovários policísticos e compará-las com controles pareadas sem a doença. MÉTODOS: Estudo transversal com Grupo Controle. Participaram mulheres entre 18 e 30 anos que não faziam uso de antidepressivos e procuraram o Serviço de Ginecologia dos locais de pesquisa. Para cada mulher diagnosticada com a síndrome dos ovários policísticos, buscou-se outra sem este diagnóstico com mesma idade, condição de escolaridade e presença ou ausência de parceiro sexual fixo. No total, 166 pacientes aceitaram participar, sendo 95 diagnosticadas com a síndrome e 71 no Grupo Controle. Para o diagnóstico da síndrome dos ovários policísticos, foi necessário existir dois dos três critérios: oligomenorreia ou amenorreia; hiperandrogenismo clínico ou bioquímico; ovários policísticos na ecografia transvaginal e excluir presença da síndrome de Cushing, hiperplasia adrenal congênita e tumores secretores de androgênio. Peso e altura foram aferidos para calcular o índice de massa corporal, enquanto o indicativo de transtorno mental comum foi avaliado pelo Self-Reporting Questionnaire com 20 itens. Foi realizado o teste do χ²em análise estratificada por categoria de índice de massa corporal para comparar as prevalências dos transtornos mentais comuns no grupo de mulheres com e sem a síndrome. RESULTADOS: Não houve diferenças significativas quanto à idade, escolaridade, presença de parceiro sexual fixo, cor da pele, nível socioeconômico, uso de medicação psiquiátrica e procura por consulta em sa

  12. Estresse e transtornos mentais comuns em trabalhadores de enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Lima da Silva

    2008-12-01

    Full Text Available O estresse é referido em estudos científicos como fator relevante no processo de determinação de agravos à saúde, incluindo os trabalhadores da saúde. O trabalho da equipe de enfermagem a coloca sob tensão e à mercê de riscos, dentre os quais os psicossociais e emocionais. Este estudo objetivou analisar a exposição ao estresse no trabalho, tendo como desfecho a ocorrência de transtornos mentais comuns (TMC entre profissionais de enfermagem. Trata-se de um estudo seccional realizado com 1182 trabalhadores de um hospital federal localizado no Município do Rio de Janeiro. A variável independente ¾ estresse no trabalho ¾ foi investigada através da escala resumida Job Stress Scale, adaptada para o português por Alves e colaboradores. O Modelo Demanda-Controle de Karasek e Theorell foi utilizado para avaliar as dimensões psicossociais estudadas. A variável dependente TMC foi avaliada de acordo com a versão reduzida do Self Reporting Questionnaire. A prevalência de TMC encontrada foi 23,6%, sendo 20,9% entre os trabalhadores permanentes e 26,4% entre temporários (p= 0,027. As maiores prevalências de TMC foram observadas no sexo feminino, entre os mais jovens, de maior escolaridade e sem filhos. Profissionais com trabalho de alta exigência (alta demanda e baixo controle apresentaram 3,6 vezes (IC 95%: 1,95-6,61 mais TMC do que aqueles com trabalho de baixa exigência (baixa demanda e alto controle. Em relação as variáveis laborais, as maiores prevalências observadas foram para profissionais com turno misto, alta carga horária e esforço físico acima da média encontrada. Na análise estratificada das categorias de estresse e do grau de demanda e controle no trabalhado, foi observado nítido gradiente tipo dose resposta. Foi constatada associação entre a exposição às dimensões de estresse e suspeição de TMC, após o controle do confundimento introduzido pelas variáveis, sexo, idade, carga horária, turno, grau de

  13. Transtornos mentais em pacientes portadores de HIV: um estudo de prevalÃncia e fatores associados

    OpenAIRE

    Carolina Saraiva Nunes de Pinho

    2015-01-01

    A associaÃÃo frequente entre transtornos mentais e infecÃÃo pelo VÃrus da ImunodeficiÃncia Humana (HIV) pode relacionar-se aos fatores de risco, a saber: maior exposiÃÃo ao HIV que alguns desses transtornos acarretam; circunstÃncias de vida frequentemente associadas ao diagnÃstico da infecÃÃo; reaÃÃo ao diagnÃstico; a prÃpria infecÃÃo pelo HIV. Objetivou-se neste estudo identificar a prevalÃncia de transtornos mentais (depressÃo, transtorno bipolar, psicose, transtorno de ansiedade generaliza...

  14. Prevalência de transtornos mentais comuns entre trabalhadores marítimos do Rio de Janeiro Common mental disorders prevalence among maritime workers of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Luiz Lima da Silva

    2017-07-01

    Full Text Available Objetivo: descrever a prevalência de transtornos mentais comuns entre trabalhadores marítimos. Método: trata-se de  estudo transversal realizado com 316 funcionários de empresa de transporte hidroviário. A pesquisa foi aprovada no CEP sob o  CAAE 0271.0.258.258-11, a coleta dos dados foi realizada em 2012. A variável transtorno mental comum foi investigada de acordo com o Self Reporting Questionnaire. Resultados: constatou-se a prevalência geral de 14,24%. Notou-se que o grupo de sintomas humor depressivo e ansioso foi o mais expressivo.  Sexo feminino, renda familiar abaixo da média, alta carga horária semanal, estresse autorreferido, pensamento de abandono do emprego, categoria marinheiro de máquinas, sedentarismo e não tabagismo mostraram-se associados ao desfecho. Conclusão: é necessária a criação de projetos ocupacionais consistentes, com equipes multidisciplinares, tendo em vista a promoção da saúde e qualidade de vida no ambiente de trabalho e a redução de transtornos mentais.

  15. Mudanças psicossociais no contexto familiar após a desospitalização do sujeito com transtornos mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Aparecida Costa

    Full Text Available A partir da reforma psiquiátrica, pretendeu-se conhecer o contexto familiar após a desospitalização do sujeito com transtornos mentais, e como a reabilitação psicossocial tem se articulado nesse processo. Foram entrevistadas cinco pessoas, familiares de sujeitos com transtornos mentais atendidos em um CAPS, e foi utilizada a metodologia qualitativa com análise temática. A coleta dos dados se deu através de entrevistas semiestruturadas. Os resultados apontaram limitações nas trocas sociais e o CAPS como única referência social e de tratamento. Nas trocas materiais, os sujeitos não possuem trabalho com valor social, e nas trocas afetivas, verificaram-se características da desospitalização sobrecarregando os familiares. Mesmo assim, esses se mostram favoráveis a esse processo. Contudo, existe a necessidade de construção e ampliação da rede de apoio social.

  16. Dados de epidemiologia descritiva de transtornos mentais em grupos populacionais do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio Ferreira Morgado

    1985-09-01

    Full Text Available Neste trabalho são apresentados três tipos de dados sobre transtornos mentais: taxas de prevalência em amostras representativas, taxas de prevalência em estudos de famílias e o indicador de morbidade proporcional isto é, de proporções por diagnóstico entre pacientes internados em hospitais psiquiátricos do Brasil. Em relação a um inquérito epidemiológico, realizado em amostra representativa, a taxa de prevalência total foi de 20%, da qual 3,0%, 14,6%, 0,7%, 1,7% e 0,5% foram de alcoolismo, neuroses, psicoses, oligofrenia e síndrome orgânica do cérebro, respectivamente. A distribuição por sexo mostrou uma clara e esperada predominância de alcoolismo nos homens e de neuroses nas mulheres. Em um estudo voltado para a família de origem (pais e irmãos de 150 grandes consumidores de drogas, a taxa de prevalência total entre 796 familiares foi de 23,2% As taxas específicas de problemas associados ao álcool, dependência de drogas, psicoses, neuroses, epilepsia, transtorno anti-social da personalidade e outros diagnósticos foram, respectivamente, de 8,4%; 5,3%; 3,1%; 4,0%; 0,8%; 0,9% e 0,8%. Os problemas associados ao álcool predominaram nos pais e neuroses nas mães, enquanto dependência de drogas predominou nos irmãos dos 150 consumidores-índice. O perfil da assistência psiquiátrica brasileira é parcialmente visto através do indicador de proporções de primeiras internações nos hospitais psiquiátricos nacionais. Esse indicador é distribuído por diagnóstico, em série histórica, desde 1940 até 1977. Tais dados mostram que as primeiras internações têm aumentado nas últimas quatro décadas, com maiores proporções dos diagnósticos de esquizofrenia e alcoolismo e dependência de drogas. Há, porém, diferença nas proporções de diagnóstico entre o hospital público e o particular-conveniado; tal diferença e o referido aumento de primeiras internações são de suma importância para os programas da

  17. Transtornos mentais na gravidez e condições do recém-nascido: estudo longitudinal com gestantes assistidas na atenção básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daisy Oliveira Costa

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi verificar a presença e a associação entre diagnósticos prováveis de transtornos mentais em gestantes da atenção básica e condições dos recém-nascidos. Estudo longitudinal com gestantes (18 a 39 anos, no segundo e terceiro trimestres da gravidez, assistidas na atenção básica da região Metropolitana de São Paulo (fevereiro a agosto/2014. Foram aplicados: questionário sociodemográfico, instrumento para Avaliação de Transtornos Mentais na Atenção Primária e entrevista sobre informações e percepção do comportamento do recém-nascido. Das 300 gestantes entrevistadas, 76 apresentaram diagnóstico provável de transtorno mental, sendo que 46 apresentavam sintomas de depressão/distimia e 58, ansiedade/pânico. Observou-se baixo peso ao nascer e prematuridade em 14 e 19 dos recém-nascidos, respectivamente, e não foi verificada associação com diagnósticos prováveis de transtorno mental; a presença destes associou-se com a percepção materna de alterações no comportamento do recém-nascido. Gestantes em acompanhamento de pré-natal de baixo risco apresentam frequência relevante de transtornos mentais, logo, a identificação dessas alterações na gestação pode colaborar para melhor compreensão da dinâmica do binômio mãe-filho e na qualidade na assistência à família.

  18. Prevalência de transtornos mentais comuns em trabalhadores de enfermagem em um hospital da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Pereira Rodrigues

    2014-04-01

    Full Text Available Neste estudo, objetivou-se descrever a prevalência de "suspeitos" de transtornos mentais comuns (TMC em trabalhadores de enfermagem em um hospital geral, no estado da Bahia. Realizou-se um estudo epidemiológico, de corte transversal, com 309 profissionais de enfermagem, que trabalhavam em atividades assistenciais em um hospital de grande porte. Os profissionais de enfermagem referiram sobrecarga de trabalho e baixa remuneração. As queixas de saúde mais frequentes estavam relacionadas à postura corporal e a saúde mental. A prevalência geral de "suspeitos" de TMC foi de 35,0%. Em relação aos aspectos psicossociais do trabalho, relataram uma alta demanda psicológica e baixo controle sobre as atividades laborais. Os resultados obtidos apontam que as condições de trabalho e saúde observadas, não são adequadas para a efetiva realização do trabalho de enfermagem no hospital estudado.

  19. Avaliação da fidedignidade e validade do Mini - Rastreio de Transtornos Mentais (Mini-RTM)

    OpenAIRE

    Lívia Maria Bolsoni

    2016-01-01

    Atualmente aumenta o reconhecimento da atenção primária em gerenciar os problemas de saúde mental e o uso de instrumentos de rastreio possibilita mensurar características psicológicas, psíquicas e comportamentais que nem sempre são consideradas. Dessa forma, o uso de instrumentos de rastreio pode auxiliar na detecção precoce de indivíduos que necessitam de tratamento, acompanhamento ou intervenção e são raros os instrumentos que englobam o rastreio de múltiplos transtornos mentais. Assim, o p...

  20. Prevalência e determinantes precoces dos transtornos mentais comuns na coorte de nascimentos de 1982, Pelotas, RS Prevalencia y determinantes precoces de los trastornos mentales comunes en la cohorte de nacimientos de 1982, Pelotas, Sur de Brasil Prevalence and early determinants of common mental disorders in the 1982 birth cohort, Pelotas, Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Anselmi

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de transtornos mentais comuns e sua associação com fatores de risco numa coorte de adultos jovens. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado à coorte de nascimentos de 1982 de Pelotas, RS. Em 2004-5, 4.297 indivíduos foram entrevistados em visita domiciliar. A probabilidade de transtornos mentais comuns foi estimada pelo Self-Report Questionnaire. Os fatores de risco incluíram variáveis socioeconômicas, demográficas, perinatais e ambientais. A análise foi estratificada por sexo e as razões de prevalência simples e ajustadas foram estimadas utilizando-se regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de transtornos mentais comuns na população geral foi 28,0%; 32,8% e 23,5%, respectivamente, entre mulheres e homens. Independentemente da pobreza em 1982, homens e mulheres pobres em 2004-5 apresentaram risco aproximado de 1,5 para esses transtornos (pOBJETIVO: Estimar la prevalencia de trastornos mentales comunes y su asociación con factores de riesgo en una cohorte de adultos jóvenes. MÉTODOS: Estudio transversal anidado a la cohorte de nacimientos de 1982 de Pelotas (Sur de Brasil. En 2004-5, 4.297 individuos fueron entrevistados en visita domiciliar. La probabilidad de trastornos mentales comunes fue estimada por el Self-Report Questionnaire. Los factores de riesgo incluyeron variables socioeconómicas, demográficas, perinatales y ambientales. El análisis fue estratificado por sexo y las razones de prevalencia simples y ajustadas fueron estimadas utilizándose regresión de Poisson. RESULTADOS: La prevalencia de trastornos mentales comunes en la población general fue de 28,0%; 32,8% y 23,5%, respectivamente, entre mujeres y hombres. Independientemente de la pobreza en 1982, hombres y mujeres pobres en 2004-5 presentaron riesgo aproximado de 1,5 para esos trastornos (pOBJECTIVE: To estimate the prevalence of common mental disorders and assess its association with risk factors in a cohort of young

  1. Relação entre homicídio e transtornos mentais Relationship between homicide and mental disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Martins Valença

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Diversos estudos encontraram uma relação entre transtornos mentais graves e violência. Uma das abordagens de estudo deste tema são as investigações com criminosos homicidas. O objetivo do presente artigo foi investigar a associação entre homicídio e transtornos mentais. MÉTODO: Foi realizada uma revisão da literatura, através das seguintes bases de dados: Medline, Scientific Eletronic Library Online e Lilacs. No sistema Medline também foi pesquisada a seção de artigos relacionados. RESULTADOS: Embora exista uma associação entre transtornos mentais e homicídio, não está claro porque alguns pacientes comportam-se de forma violenta e outros não. Transtornos relacionados ao uso de álcool/drogas e transtornos de personalidade comórbidos e falta de aderência ao tratamento podem aumentar este risco. CONCLUSÕES: É justificável a identificação de pessoas com risco elevado de comportamento violento e oferta de tratamento em serviços de saúde mental para as mesmas. Estes serviços deveriam prevenir a perda de contato e não-colaboração com o tratamento que freqüentemente precedem o homicídio perpetrado por pessoas com transtornos mentais graves. É de fundamental importância que a sociedade e as autoridades governamentais diminuam as barreiras de acesso ao tratamento psiquiátrico e psicossocial.OBJECTIVE: Several studies have found a relationship between severe mental disorders and violence. One of the approaches to study this theme are investigations with homicide offenders. The aim of the present article was to investigate the association between homicide and mental disorders. METHOD: A review of the literature was made through the following databases: Medline, Scientific Eletronic Library Online and Lilacs. In the Medline system, it was also searched the related articles section. RESULTS: Although there is an association between mental disorders and homicide, it is not clear why some patients behave

  2. Transtornos mentais comuns e uso de psicofármacos em mulheres atendidas em unidades básicas de saúde em um centro urbano brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Longo Borges

    2015-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC em mulheres atendidas em unidades de atenção básica em um centro urbano brasileiro, assim como o impacto desses transtornos sobre a qualidade de vida (QV, a associação de fatores sociodemográficos a TMC e QV e a prevalência de uso e padrão de utilização de psicofármacos na amostra estudada. MÉTODOS: Nesta pesquisa quantitativa, transversal e correlacional-descritiva, uma amostra estratificada de 365 mulheres foi entrevistada entre maio de 2012 e janeiro de 2013 em cinco unidades básicas de saúde brasileiras. Foram utilizados questionários sociodemográfico e farmacoterapêutico; questionário de autorrelato SRQ-20 para estimar a prevalência de transtornos mentais comuns; e escala de qualidade de vida WHOQOL-bref. Para avaliar o impacto dos TMD na QV, foram utilizados o teste t e modelos de regressão linear. Utilizou-se o teste do qui-quadrado para verificar associações entre TMC e variáveis ​​sociodemográficas. A análise do consumo de psicofármacos foi descritiva. RESULTADOS: A prevalência de TMC foi de 44,1% e a de consumo de psicofármacos de 27,1%. Apenas 5,6% das participantes do estudo tinham registro de diagnóstico psiquiátrico no prontuário. Os psicofármacos eram usados por 41,6% das entrevistadas positivas para TMC e 15,7% das negativas para TMC. Não houve associação entre TMC e variáveis sociodemográficas. Houve associação estatisticamente significativa entre TMC e QV. As mulheres positivas para TMC apresentaram pior QV. Não houve influência de fatores sociodemográficos sobre esse resultado. CONCLUSÕES: Mais atenção é necessária ao padrão de uso e prescrição de psicofármacos na atenção básica. As pacientes com TMC apresentaram prejuízo funcional, evidenciado por escores de QV significativamente menores. A ausência de influência dos fatores sociodemográficos sobre os resultados parece corroborar a proposi

  3. Estudo do Perfil Sociodemográfico e da Prevalência de Transtornos Mentais Menores em Estudante de Turismo da UEMS / Unidade de Dourados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Sottili Garcia

    2010-07-01

    Full Text Available Resumo Este estudo teve por objetivos caracterizar o perfil sócio-demográfico, estimar a prevalência de Transtornos Mentais Menores (TMM e verificar a associação de algumas variáveis sociodemográficas com os TMM na população de estudantes universitários dos cursos de Turismo da UEMS. Trata-se de um estudo transversal em uma amostra de 236 sujeitos: 163 (69% do sexo feminino e 73 (31% do sexo masculino. Utilizaram-se dois questionários auto-aplicáveis (QSG-60 e QDSD. O perfil sociodemográfico mostrou, em sua maioria, uma população jovem, com idade entre 18 e 21 anos, solteira, com renda familiar mensal de R$ 1.000,00, residindo com a família, utilizando o ônibus como meio locomoção e feminina. A prevalência de TMM foi de 14%, destacando-se, como transtorno principal, o estresse psíquico (16%, seguido por desconfiança no desempenho (15% e distúrbios do sono (13%. Palavras-chave: estudante universitário; transtornos mentais menores; QSG-60. Abstract This study had the objectives to characterize the socio-demographic profile, and to estimate the prevalence of the Minor Mental Disorders (MMD and to verify the association from some socio-demographic variable with the MMD in the people of undergraduate students of the Tourism course of UEMS. It is a transverse study in a sample of 236 people: 163 (69% female and 73 (31% male. It was used two self-explanatory questioners (QSG-60 and QDSD. The socio-demographic profile showed, a young population, between 18 and 21 years old, bachelor, with a familiar income of R$ 1.000,00, living with the family, and using the bus as transportation and female. The prevalence of MMD was 14%, distinguishing, as a main disorder, the psycho stress (16%, followed by suspicion of acting (15% and sleepiness disturbs (13%. Keywords: Undergraduate Student; Minor Mental Disorders; GHQ-60.

  4. Transtornos mentais, qualidade de vida e identidade em homossexuais na maturidade e velhice Mental disorders, quality of life and identity in middle-age and older homosexual adults

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex de Toledo Ceará

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Em nossa sociedade, sujeitos de orientação homossexual (SOHom têm sido expostos de maneira incisiva a atitudes de discriminação e preconceito. OBJETIVO: Investigar as dimensões saúde mental, qualidade de vida e identidade psicossocial em homossexuais na maturidade e na velhice. MÉTODO: Os sujeitos foram captados pela estratégia "bola de neve". Foram utilizados procedimentos quantitativos e qualitativos com os instrumentos: MINI Plus, WHOQOL-bref, e entrevistas semiestruturadas por meio do inventário de identidade psicossocial. Foram entrevistados 40 SOHom (grupo de estudo, comparando-os a 40 sujeitos de orientação heterossexual (SOHet (grupo contraste, pareados individualmente por gênero, idade, escolaridade e classe social. RESULTADOS: Verificou-se maior frequência de transtornos mentais no grupo de estudo com 15 (37,5% casos, em comparação ao grupo contraste, com oito (20%. O risco de suicídio estava presente em três (7,5% participantes do grupo de estudo. Dos sujeitos no grupo de estudo com algum transtorno mental, 11 (73,3% não revelavam a orientação homossexual em áreas significativas de sua vida (p = 0,00001. Os sujeitos homossexuais apresentaram melhor qualidade de vida no domínio social em comparação aos heterossexuais. CONCLUSÃO: Os sujeitos homossexuais desta pesquisa revelaram, na maturidade e na velhice, maior frequência de transtornos mentais, porém melhor qualidade de vida. É possível que a homofobia internalizada possa estar associada a dificuldades psicossociais. Sendo assim, pode-se sugerir que a não revelação da homossexualidade e o esforço no curso da vida em ocultá-la talvez representem fatores associados à maior ocorrência de transtornos mentais.BACKGROUND: In our society subjects with homosexual orientation have been strongly exposed to attitudes of discrimination and prejudice. OBJECTIVE: To investigate the mental health, life quality and psychosocial identity dimensions in

  5. Prevalência de transtornos mentais nas tentativas de suicídio em um hospital de emergência no Rio de Janeiro, Brasil Prevalence of mental disorders associated with suicide attempts treated at an emergency hospital in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Agadir Santos

    2009-09-01

    Full Text Available Há poucos estudos nacionais sobre prevalência de transtornos mentais nas tentativas de suicídio, os quais utilizararam principalmente dados secundários e instrumentos de rastreamento. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência de transtornos mentais em 96 casos de tentativas de suicídio atendidos em hospital de emergência, Rio de Janeiro, Brasil (2006-2007, utilizando o Composite International Development Interview. A maioria da amostra consistiu em mulheres, jovens, baixa escolaridade e ingestão de medicamentos psicoativos como principal meio. Outros fatores: histórias prévias de tentativa e uso de álcool no momento do agravo. Os transtornos mentais mais freqüentes foram: episódio depressivo (38,9%, dependência de substâncias psicoativas (21,9%, transtorno de estresse pós-traumático (20,8%, dependência de álcool (17,7% e esquizofrenia (15,6%. A taxa total dos transtornos mentais foi de 71,9%. Tais achados são mais próximos aos estudos em países em desenvolvimento. Além do acesso ao tratamento dos transtornos mentais, são necessárias políticas públicas que enfatizem o controle de meios e respostas sociais à redução do comportamento suicida.There are few Brazilian studies on prevalence of mental disorders in suicide attempters. The available studies have mainly used secondary data and screening instruments. The principal objective of this study was to estimate the prevalence of mental disorders in 96 suicide attempters seen in an emergency ward in Rio de Janeiro, Brasil (2006-2007 using the Composite International Development Interview. Most were female, young, and illiterate, and the main method was ingestion of psychoactive drugs. Other factors included history of prior attempts and use of alcohol at the time of attempt. The most frequent mental disorders were: depression (38.9%, use of psychoactive substances (21.9%, posttraumatic stress disorder (20.8%, alcohol abuse (17.7%, and schizophrenia (15.6%. Total

  6. Prevalência de transtornos mentais comuns em professores da rede municipal de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Prevalence of common mental disorders among schoolteachers in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Gasparini

    2006-12-01

    Full Text Available Estudos realizados em todo o mundo evidenciam que os educadores correm o risco de sofrer esgotamento físico ou mental, em face das dificuldades materiais e psicológicas associadas ao exercício da atividade docente. Objetivou-se estimar a prevalência de transtornos mentais em professores da rede municipal de ensino de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, e investigar a associação com as características do trabalho docente. Empregou-se um estudo do tipo corte transversal em professores do ensino fundamental da Regional Nordeste, utilizando-se um questionário auto-aplicado, com seis blocos de questões. O General Health Questionnaire (GHQ na versão "12" foi o instrumento de rastreamento de transtornos mentais não-psicóticos na população estudada. Participaram do estudo, 751 dos 792 professores do ensino fundamental de vinte e seis escolas municipais da regional citada (94,8%. Os transtornos mentais foram significativamente associados à experiência com a violência e piores condições ambientais, ambiente físico e conforto no trabalho, e organizacionais, margem de autonomia, de criatividade e tempo no preparo das aulas. Os resultados apontam para uma situação grave relativamente à saúde da população pesquisada e fornecem elementos consistentes para a proposição de medidas com vistas à melhoria das condições de trabalho docente.Research worldwide has shown that schoolteachers are at increased risk of physical and mental stress due to material or psychological difficulties associated with their work. This study aimed to estimate the prevalence of mental disorders among schoolteachers in the municipal school system in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil, and to investigate associated work-related factors. A cross-sectional study was carried out including all 1st and 2nd grade schoolteachers in the Northeast region of the city. A self-applied questionnaire with six sets of questions was applied. Common mental

  7. Contatos imediatos: investigando personalidade, transtornos mentais e atribuição de causalidade em experiências subjetivas com óvnis e alienígenas

    OpenAIRE

    Leonardo Breno Martins

    2012-01-01

    Esta pesquisa compara pessoas que alegam experiências anômalas e que não as alegam quanto aos cinco grandes fatores da personalidade, indicadores de transtornos mentais e atribuições de causalidade. O recorte incide sobre experiências caracteristicamente contemporâneas, que mencionam objetos voadores não-identificados (óvnis) e eventos correlatos, como alegadas visões de alienígenas. As variáveis foram escolhidas para o estudo devido ao seu papel teórico na edificação das experiências e aos a...

  8. Redes sociais de apoio de pessoas com transtornos mentais e familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Brusamarello

    2011-01-01

    Full Text Available La investigación tuvo como objetivo conocer el concepto de red de apoyo social a personas con trastornos mentales y sus familias, e identificar la red de apoyo social de esos actores sociales. Se trata de un estudio descriptivo exploratorio, con enfoque cualitativo, realizado en la Universidad Federal de Paraná - Curitiba, en el período de agosto a diciembre de 2009. Participaron de la investigación tres pacientes con trastorno mental y seis familiares. Los datos se obtuvieron mediante la técnica de discusion de grupo y posteriormente catalogados mediante el análisis temático. Los resultados ayudaron a comprender el significado y la contribución de la red de apoyo social a las familias y a los pacientes con transtornos mentales, así como sus aspectos negativos. Este estudio también reveló que la red social es constituída por grupos de iglesias, servicios de salud, familias, y otros. Se concluyó que la investigación promovió la reflexión sobre las redes de apoyo social, el fortalecimiento de los vínculos interpersonales, la mejora de la autoestima y la inclusión social.

  9. Prevalência de transtornos mentais em área urbana no norte de Minas Gerais, Brasil Prevalence of mental disorders in an urban area in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Colares Maia

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Detectar a prevalência de transtornos mentais em idosos residentes em área urbana. MÉTODOS: Uma amostra de 327 idosos (60 anos de idade ou mais residentes na cidade de Montes Claros, no norte de Minas Gerais, foi selecionada por amostragem probabilística, em estratos múltiplos, dentro de estrato homogêneo, sendo a unidade amostral o domicílio. Os transtornos mentais foram aferidos por meio de um questionário de rastreamento psicogeriátrico (QRP. Utilizou-se análise univariada usando o qui-quadrado e análise multivariada de regressão logística. RESULTADOS: A prevalência estimada de transtornos mentais foi 29,3%, associada com sexo feminino, número de doença, capacidade funcional e local de residência (favela/não favela. CONCLUSÕES: Comparando com outros estudos comunitários, a prevalência de distúrbios mentais entre os idosos na área urbana foi alta e está associada com múltiplas doenças, incapacidade e pobreza. É uma realidade preocupante pelo de seu impacto sobre a qualidade de vida relativa à saúde da população e sobre os serviços de saúde nas próximas décadas.OBJECTIVE: To detect the prevalence of mental disorders among the elderly residents of an urban area. METHODS: A sample of 327 elderly residents (60 years and older of the city of Montes Claros, in northern Minas Gerais, was selected by means of probabilistic sampling, in multiple strata, within a homogeneous stratum. The sample unit was the home. Mental disorders were determined by means of the Short Psychiatric Evaluation Schedule (SPES. Univariate analysis was done via the chi-squared test and multivariate analysis via logistical regression. RESULTS: The estimated prevalence of mental disorders was 29.3%. Their presence was associated with female sex, number of illnesses, functional capacity and place of residence (shantytown/non-shantytown. CONCLUSIONS: Comparing the results with other community studies, the prevalence of mental disorders

  10. Common mental disorders in adolescents: a population based cross-sectional study Transtornos mentais comuns em adolescentes: estudo transversal de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Amaral Tavares Pinheiro

    2007-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the prevalence and the factors associated with common mental disorders among adolescents in Pelotas, a southern Brazilian city. METHOD: A population based cross-sectional study was carried out in the urban area of Pelotas. Multi-stage sampling was used to obtain a sample of adolescents aged between 15 and 18 years. Adolescents were interviewed using a self-report confidential questionnaire. The presence of common mental disorders was assessed using the Self-Reporting Questionnaire 20 (SRQ-20. Multivariate analysis was carried out using the Poisson regression with a robust adjustment of variance and control for design effect. RESULTS: Nine hundred and sixty adolescents were interviewed. The prevalence of common mental disorders was 28.8%. Adolescents aged 17 years showed prevalence of 1.37 (95% CI 1.06-1.78 times greater than the 15 year olds. Adolescents whose mothers had between 5 and 8 years of schooling had a prevalence 1.42 (95% CI 1.01-1.51 times greater than those whose mothers had more than 8 years of schooling. Smoking and sedentary behavior were also associated with an increased prevalence of common mental disorders. Those who were dissatisfied with their body image showed a prevalence of 1.47 (95% CI 1.07-2.02. CONCLUSIONS: Maternal schooling, tobacco smoking, sedentary behavior and body image dissatisfaction were factors associated with the presence of common mental disorders.OBJETIVO: Avaliar a prevalência e os fatores associados à presença de transtornos mentais comuns entre adolescentes em Pelotas, uma cidade do sul do Brasil. MÉTODO: Foi realizado um estudo transversal populacional na área urbana de Pelotas. Foi utilizada uma amostragem multi-etapas para obter uma amostra de adolescentes com idades entre 15 e 18 anos. Os adolescentes foram entrevistados utilizando um questionário confidencial auto-aplicável. A presença de transtornos mentais comuns foi avaliada utilizando o Self-Reporting Questionnaire

  11. Insatisfação corporal e transtornos mentais comuns em adolescentes Insatisfacción corporal y trastornos mentales comunes en adolescentes Body dissatisfaction and common mental disorders in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda de Azevedo Marques

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a prevalência de insatisfação corporal em adolescentes e sua associação com fatores socioeconômicos, comportamentais, antropométricos e psicossociais, em especial a presença de transtornos mentais comuns. MÉTODOS: Foram estudados adolescentes de uma escola de Itajaí, nos quais foram realizadas medidas antropométricas para análise do índice de massa corpórea. Aplicou-se um questionário sobre dados pessoais e transtornos mentais comuns. O desfecho principal foi a presença da insatisfação corporal, sendo a análise ajustada dos fatores associados realizada por meio da regressão de Poisson. As razões de prevalência e seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95% foram calculados. RESULTADOS: Foram avaliados 214 adolescentes (77,5% com idade média de 12,4 anos e predomínio do sexo feminino (65,4%. A maioria dos adolescentes avaliados foi classificada como eutrófica (79,4% e 28,0% deles apresentaram escores indicativos de transtornos mentais comuns. A prevalência de insatisfação corporal foi de 74,3%, (IC95% 67,9-80,0. Dentre os fatores associados ao desfecho, destacaram-se: menor escolaridade materna, obesidade abdominal, percepção do estado nutricional como acima ou abaixo do peso, interferência da forma física em atividades diárias e relacionamentos. A presença de transtornos mentais comuns esteve associada, após análise ajustada, ao nível de 6,6% à insatisfação corporal. CONCLUSÕES: A maioria dos adolescentes possuía índice de massa corporal e circunferência da cintura dentro da normalidade; entretanto, grande parte relatou insatisfação com a imagem corporal, em ambos os sexos. Variáveis maternas e comportamentos relacionados ao peso corporal estiveram associados ao desfecho. Para transtornos mentais comuns, a associação foi próxima ao limiar de significância adotado.OBJETIVO: Verificar la prevalencia de insatisfacción corporal en adolescentes y su asociación con

  12. Women with mental disorders and motherhood Las mujeres portadoras de trastornos mentales y la maternidad Mulheres portadoras de transtornos mentais e a maternidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisley Vilas Bôas Soares

    2009-10-01

    , para que esas mujeres sean reconocidas no solo como portadoras de trastornos mentales.Considera-se que a capacidade materna para oferecer boas condições de cuidado e acolhimento às necessidades do filho gera ambiente adequado preventivo para o desenvolvimento psicológico da criança. Este estudo buscou descrever o fenômeno da maternidade para usuárias de um ambulatório de saúde mental da cidade de Ribeirão Preto, SP, tendo como referencial teórico o Interacionismo Simbólico. Foram entrevistadas dez mulheres, com, ao menos, um ano de tratamento e no mínimo uma criança de 7 a 12 anos. A Teoria Fundamentada em Dados possibilitou analisar os dados, atingindo uma teoria explicativa para o fenômeno: "tentando se enxergar para permanecer lutando". Conclui-se que essas mulheres necessitam lidar, reconhecer e enxergar-se em sua função materna para permanecer lutando com as limitações impostas pelo transtorno. Trata-se de mais um passo para adequação dos serviços de saúde mental frente a essa demanda, para que essas mulheres sejam vistas para além de seu lugar de portadoras de transtornos mentais.

  13. Transtornos mentais e inserção no mercado de trabalho no Brasil: um estudo multicêntrico nacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    Full Text Available Resumo: Objetivou-se explorar a relação entre inserção no mercado de trabalho e as características de pacientes da amostra representativa de 2.475 adultos internados em 26 instituições brasileiras de saúde mental (15 Centros de Atendimento Psicossocial e 11 hospitais. Características sociodemográficas, clínicas e comportamentais foram obtidas de entrevistas estruturadas. Regressão multinomial foi utilizada. Maior probabilidade de afastamento temporário do mercado de trabalho foi observada em pacientes do sexo feminino, solteiros, divorciados ou viúvos, sem moradia estável e internados ou tratados pela primeira vez antes dos 18 anos de idade. Maior probabilidade de afastamento definitivo do mercado de trabalho foi observada entre os mais velhos. Afastamento temporário ou definitivo foi diretamente associado à baixa escolaridade, ao número de internações ao longo da vida e ao diagnóstico de transtorno mental grave; e inversamente associado ao uso de álcool e drogas. As vulnerabilidades ocupacionais identificadas suscitam o debate sobre a formulação de políticas setoriais.

  14. Prevalência de Transtornos Mentais e Percepção de Suporte Familiar em Policiais Civis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina d'Avila de Castro

    Full Text Available Este estudo transversal, exploratório-descritivo, verificou a prevalência de Transtorno Mental e Comportamental (TMC e percepção do suporte familiar em Policiais Civis de Santa Catarina, afastados do trabalho pela Perícia Médica do Estado, no período entre 2009 e 2010. Utilizaram-se na coleta de dados: a planilha de dados de prevalência de TMC da Secretaria de Estado da Administração/SC; b inventário de percepção de suporte familiar; c investigação das dimensões desse suporte e do processo de adoecimento relacionado ao trabalho, na perspectiva do policial e do familiar. Os dados de prevalência referem-se aos afastamentos por TMC (n = 148 no período mencionado e os de suporte familiar, aos policiais (n = 19 e familiares (n = 13 participantes da entrevista. Detectou-se que, para cada 100 policiais, 4,6 foram afastados por TMC. A percepção do suporte familiar por parte dos policiais indicou ser ele um recurso importante durante o período de afastamento do trabalho, na recuperação e no retorno à atividade, corroborando a existência de uma associação inversa entre nível de apoio social e sofrimento psíquico. Conclui-se que o incentivo à valorização do suporte familiar e o estímulo às relações interpessoais na família, no trabalho e nas relações sociais ampliadas, tornam-se ferramentas importantes para a percepção de bem-estar e se relacionam com o aumento da satisfação de vida, da autoestima e, por consequência, contribuem para o controle dos sintomas.

  15. Análise comparativa do registro médico-pericial do diagnóstico de transtornos mentais de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social requerentes de auxílio-doença Comparative analysis of the expertise recordings of mental disorders diagnoses of secured citizens of the Brazilian National Institute of Social Security requiring sickness benefit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Kelmer Siano

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Analisar comparativamente os registros médico-periciais dos diagnósticos de segurados do INSS requerentes de auxílio-doença apresentando transtorno mental. MÉTODO: Estudo retrospectivo de registros de perícias iniciais realizadas em agências da Previdência Social de Juiz de Fora, MG, entre julho/2004 e dezembro/2006. Foram realizadas análises bivariadas de acordo com o local de realização da perícia, categoria de perito médico examinador e período da avaliação RESULTADOS: Transtornos depressivos leves ou moderados e transtornos persistentes do humor (39,6% e os transtornos de ansiedade (34,5% - quadros mais leves que não comprometeriam tanto a capacidade laborativa - foram os diagnósticos mais frequentemente registrados. Dentre as comorbidades, transtornos mentais foram mais frequentes (33,6% que quadros clínicos, especialmente na agência Riachuelo, entre peritos concursados após 2005 e no quarto período estudado. A concordância entre o diagnóstico do benefício atual e o do benefício anterior foi baixa, inferior a 50% na maioria dos casos, mesmo para transtornos mentais graves e com características clínicas mais bem definidas, como as psicoses. A maior taxa de concordância ocorreu com os transtornos por uso de substâncias psicoativas entre peritos credenciados (66,7%. CONCLUSÃO: Este estudo evidencia possíveis falhas no treinamento dos peritos médicos de Juiz de Fora no que se refere ao registro do diagnóstico dos transtornos mentais dos segurados avaliados.OBJECTIVES: Comparative analysis of the expertise recordings of diagnoses of the secured citizens of the Brazilian National Institute of Social Security (INSS requiring sickness benefit and presenting mental disorders. METHOD: Retrospective study of the recordings of initial expertise examinations performed in the INSS offices in Juiz de Fora, MG, Brazil, between July/2004 and December/2006. Bivariate analyses according to the site where the

  16. Prevalência de transtornos mentais em indivíduos de uma unidade de referência para Programa Saúde da Família em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil Prevalence of mental disorders at a referral center for the Family Health Program in Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Maffasioli Gonçalves

    2008-09-01

    Full Text Available Entre as dez primeiras causas de anos vividos com incapacidade no mundo, sete são transtornos mentais. Centros de atendimento primário são fundamentais para as políticas de saúde mental, conforme a Organização Mundial da Saúde. Este estudo tem por objetivo verificar a prevalência de transtornos mentais entre indivíduos que buscaram atendimento médico na unidade de referência de uma equipe do Programa Saúde da Família (PSF em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, e verificar a influência de diagnóstico psiquiátrico na utilização de recursos da saúde. Dos 754 indivíduos que participaram do estudo, 51,1% (IC95%: 47,5-54,7 foram diagnosticados como portadores de diagnóstico psiquiátrico, sendo que estes utilizaram de forma significativamente mais freqüente recursos da saúde nos últimos 12 meses. Transtornos mentais representam impacto negativo na qualidade de vida e bem-estar dos portadores, assim como aumento de uso dos recursos da saúde por sintomas não tratados e por ser fator de mau prognóstico para outras doenças não-psiquiátricas. Esses resultados reforçam a necessidade da inclusão efetiva do tema saúde mental nas metas e intervenções dos PSFs no Brasil.Among the ten leading causes of disability-adjusted life years, seven are mental disorders. Primary health care centers are crucial to public mental health policies, according to the World Health Organization. This study aimed to verify the prevalence of mental disorders among individuals seeking care at the referral center for a Family Health Program (FHP team in Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul State, Brazil, and the influence of psychiatric diagnosis on utilization of the health system. Of the 754 participants, 51.1% had a psychiatric diagnosis. Subjects with a psychiatric diagnosis showed significantly higher use of the health system in the previous 12 months. Mental disorders have a negative impact on well-being and quality of life, besides

  17. Morbidade referida e busca de ajuda nos transtornos mentais na infância e adolescência Referred morbidity and help seeking on mental disorders in childhood and adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edith P P Lauridsen

    1999-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A avaliação da taxa de prevalência de transtornos mentais na infância e adolescência contribui para o aumento do conhecimento de sua distribuição numa dada população e fornece dados para o planejamento, execução e avaliação dos serviços de saúde. Objetivou-se avaliar queixas referidas a "problemas dos nervos" na população de 1 a 19 anos, como forma de aproximação à questão da prevalência da doença mental nessa faixa etária. MÉTODOS: Foi estudado um grupo de 141 crianças e adolescentes com queixas referidas a "problemas dos nervos" a partir de um levantamento populacional realizado numa amostra de 3.158 indivíduos, residentes na região sudoeste da Grande São Paulo, de julho de 1989 a julho 1990. Foram analisados: tipos de queixas, causas referidas, idade, sexo e conduta. RESULTADOS: A prevalência obtida foi de 4,7%. Houve crescimento das queixas com o aumento da idade, predomínio do sexo masculino nos mais jovens e do feminino a partir dos 14 anos. A busca de ajuda foi referida em 22,6% dos casos e o preditor mais importante foi a gravidade da queixa. CONCLUSÕES: A taxa de prevalência encontrada referiu-se à capacidade de reconhecimento dos transtornos mentais pela população, refletindo a representação que a família tem destes problemas. Foi encontrada baixa procura de atendimento; foram apontadas as possíveis causas e discutidos mecanismos possíveis de intervenção para o resgate da necessidade não atendida.INTRODUCTION: Determining the prevalence of mental disturbances in childhood and adolescence gives us a better knowledge of their distribution in a given age group and provide us data for planning, implementing and evaluating health care programs. This survey was centered on complaints of "nervous problems" in a population group ranging from 1 to19 years old as a tool to measure mental illness prevalence in that age group. METHODS: A group of 141 children and teenagers with complaints

  18. Fatores psicossociais do trabalho e transtornos mentais comuns em eletricitários Factores psicosociales del trabajo y trastornos mentales comunes en electricistas Psychosocial factors of work and mental disorders in electricians

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suerda Fortaleza de Souza

    2010-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar aspectos psicossociais do trabalho associados a transtornos mentais comuns em trabalhadores da manutenção de equipamentos e linhas de transmissão de energia elétrica. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 158 trabalhadores do setor de manutenção de uma empresa de energia elétrica no Nordeste do Brasil. A variável independente principal foram os aspectos psicossociais do trabalho, medidos segundo o modelo demanda-controle (trabalho passivo, trabalho ativo, trabalho com baixa exigência e trabalho com alta exigência, e a variável dependente foi a prevalência dos transtornos mentais comuns, medida pelo Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20. As relações entre as variáveis foram analisadas em modelos de regressão logística múltipla, considerando-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: A prevalência de transtornos mentais comuns foi de 20,3%, variando segundo as quatro categorias do modelo demanda-controle. O grupo com trabalho de alta exigência apresentou prevalência 2,7 vezes maior em relação ao grupo com trabalho de baixa exigência, após ajuste pelas covariáveis prática de atividade física, lazer, escolaridade e apoio social. CONCLUSÕES: A prevalência de transtornos mentais comuns esteve associada a aspectos psicossociais presentes no trabalho dos eletricitários, sobretudo o trabalho com alta exigência, assim como alta demanda psicológica e baixo apoio social.OBJETIVO: Identificar aspectos psicosociales del trabajo asociados a trastornos mentales comunes en trabajadores del mantenimiento de equipos y líneas de transmisión de energía eléctrica. MÉTODOS: Estudio transversal realizado con 158 trabajadores del sector de mantenimiento de una empresa de energía eléctrica en el Noreste de Brasil. Las variables independientes principales fueron los aspectos psicosociales del trabajo, medidos según el modelo demanda- control (trabajo pasivo, trabajo activo, trabajo con baja exigencia y

  19. Neurobiologia dos transtornos do controle dos impulsos The neurobiology of impulse control disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wendol A Williams

    2008-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar os artigos sobre substratos neurobiológicos dos transtornos do controle dos impulsos. O jogo patológico é o foco central desta revisão na medida em que a maioria dos estudos biológicos dos formalmente classificados como transtornos do controle dos impulsos examinou este transtorno. MÉTODO: Foi feita uma busca no banco de dados Medline de artigos publicados de 1966 até o presente para identificar aqueles relevantes para serem revisados neste artigo. DESFECHOS: Estudos pré-clínicos sugerem que a neuromodulação das monoaminas cerebrais está associada à tomada de decisões impulsivas e aos comportamentos de risco. Os estudos clínicos implicam diversos sistemas de neurotransmissores (serotoninérgico, dopaminérgico, adrenérgico e opióide na fisiopatologia do jogo patológico e de outros transtornos do controle dos impulsos. Estudos de neuroimagem preliminares têm indicado o córtex pré-frontal ventromedial e o estriato ventral como atuantes na fisiopatologia do jogo patológico e de outros transtornos do controle dos impulsos. As contribuições genéticas para o jogo patológico parecem substanciais e os estudos iniciais têm relacionado esse transtorno a polimorfismos alélicos específicos, ainda que os achados de varredura genômica ainda tenham que ser publicados. CONCLUSÃO: Mesmo que tenham sido logrados avanços significativos em nossa compreensão sobre os transtornos do controle dos impulsos, mais pesquisas são necessárias para ampliar o conhecimento existente e traduzir esses achados em avanços clínicos.OBJECTIVE: To review the neurobiological substrates of impulse control disorders. Pathological gambling is a main focus of the review in that most biological studies of the formal impulse control disorders have examined this disorder. METHOD: The medical database Medline from 1966 to present was searched to identify relevant articles that were subsequently reviewed to generate this manuscript

  20. Transtornos mentais em comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família Mental disorders in a community assisted by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Maffasioli Gonçalves

    2008-07-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo é estimar a prevalência de transtornos mentais de humor, ansiedade e somatização (THAS utilizando o Self-Reporting Questionnaire-20 Itens (SRQ-20 em comunidade atendida pelo Programa Saúde da Família (PSF em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Objetivo secundário é verificar a associação de THAS com variáveis demográficas. Todos os moradores da área do PSF avaliada maiores de 14 anos foram convidados a participar. A amostra total analisada foi composta de 1.122 indivíduos. A prevalência encontrada de THAS foi de 38% (IC95%: 35,12-40,88. Sexo feminino, baixa escolaridade e situação ocupacional desfavorável mostraram associação independente com THAS. A alta prevalência de THAS na área estudada demonstra a importância destes transtornos em termos de saúde pública, e pode trazer alguma contribuição para o entendimento da alta incidência de mortalidade por suicídio verificada em Santa Cruz do Sul na última década (4,66 vezes maior que a incidência nacional. Incluir o tema saúde mental nas metas e prioridades do PSF no Brasil é muito importante.The first objective of this study was to estimate the prevalence of mood, anxiety, and somatoform disorders (MASD using the screening tool Self-Reporting Questionnaire-20 Items (SRQ-20 in a community assisted by the Family Health Program (FHP in Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil. The second goal was to verify associations between demographic variables and MASD. We invited all residents > 14 years of age to participate. The total sample consisted of 1,122 subjects. MASD prevalence was 38% (95%CI: 35.12-40.88. Female gender, low schooling, and unemployment were independently associated with MASD. The high prevalence of MASD observed in this study confirms the relevance of these disorders for public health planning, and could also help explain the high suicide rate in Santa Cruz do Sul in the last decade (4.66 times the

  1. Common mental disorders in mothers vs. infant and obstetric outcomes: a review Transtornos mentais comuns em mães versus desfechos infantis e obstétricos: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Borba

    2012-01-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Pregnancy has been shown to increase women’s vulnerability to mental disorders. Common mental disorders (CMDs have been studied both in the general population and in pregnant vs. non-pregnant women. During pregnancy, CMDs have been considered a potential predictor of obstetric and infant outcomes. METHODS: A search was conducted on the PubMed/MEDLINE, LILACS, and SciELO databases to find relevant articles written in English, Spanish, and Portuguese. No limit was established for year of publication, but only studies involving human beings were included. RESULTS: A total of 25 articles were selected. There was a consensus among studies that the mean prevalence of CMD during pregnancy is 20%. There was also agreement that the occurrence of CMDs during pregnancy is a predictor of postpartum depression and anxiety disorders and that the disorder remains underdiagnosed and undertreated. As for the positive association between CMDs and obstetric and infant complications, results are still conflicting. In lower-income countries, frequently there is an association between CMD and perinatal changes. It is argued that some confounding factors, such as sociodemographic and cultural differences, health and maternal conditions, and type of instruments used, probably contribute to this lack of consensus. CONCLUSION: We believe that the conflicting results found in the literature are caused by differences in methodology and sociodemographic factors that influence the development of CMDs. Despite these differences, our findings underscore the need for depression and anxiety disorders during pregnancy to be studied and better identified by all professionals who provide antenatal care.INTRODUÇÃO: Estudos têm mostrado que a gravidez torna a mulher mais vulnerável a transtornos mentais. Os transtornos mentais comuns (TMCs têm sido estudados tanto na população geral quanto em mulheres grávidas versus não grávidas. Durante a gravidez, os TMCs

  2. Lifetime Prevalence, age and gender distribution and age-of-onset of psychiatric disorders in the São Paulo Metropolitan Area, Brazil: results from the São Paulo Megacity Mental Health Survey Prevalência em toda a vida, distribuição por idade e sexo e idade de início de transtornos psiquiátricos na área metropolitana de São Paulo, Brasil: resultados do Estudo Epidemiológico de Transtornos Mentais São Paulo Megacity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carmen Viana

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To estimate prevalence, age-of-onset, gender distribution and identify correlates of lifetime psychiatric disorders in the São Paulo Metropolitan Area (SPMA. METHODS: The São Paulo Megacity Mental Health Survey assessed psychiatric disorders on a probabilistic sample of 5,037 adult residents in the SPMA, using the World Mental Health Survey Version of the Composite International Diagnostic Interview. Response rate was 81.3%. RESULTS: Lifetime prevalence for any disorder was 44.8%; estimated risk at age 75 was 57.7%; comorbidity was frequent. Major depression, specific phobias and alcohol abuse were the most prevalent across disorders; anxiety disorders were the most frequent class. Early age-of-onset for phobic and impulse-control disorders and later age-of-onset for mood disorders were observed. Women were more likely to have anxiety and mood disorders, whereas men, substance use disorders. Apart from conduct disorders, more frequent in men, there were no gender differences in impulse-control disorders. There was a consistent trend of higher prevalence in the youngest cohorts. Low education level was associated to substance use disorders. CONCLUSIONS: Psychiatric disorders are highly prevalent among the general adult population in the SPMA, with frequent comorbidity, early age-of-onset for most disorders, and younger cohorts presenting higher rates of morbidity. Such scenario calls for vigorous public health action.OBJETIVOS: Estimar a prevalência, idade de início, distribuição por sexo e idade e identifica fatores correlacionados à morbidade psiquiátrica na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP. MÉTODOS: O Estudo Epidemiológico de Transtornos Mentais São Paulo Megacity avaliou transtornos psiquiátricos em uma amostra probabilística composta por 5.037 adultos (18+ residentes na RMSP, utilizando o Composite International Diagnostic Interview, versão World Mental Health Survey. A taxa global de resposta foi de 81

  3. Transtorno de estresse pós-traumático: evolução dos critérios diagnósticos e prevalência Posttraumatic stress disorder: development of diagnostic criteria and prevalence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Sbardelloto

    2011-04-01

    Full Text Available O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT se caracteriza por sintomas persistentes de revivência, evitação e entorpecimento, e excitabilidade aumentada, após a exposição a um evento traumático. Estudos epidemiológicos mostram que, entre os transtornos de ansiedade, o TEPT é o terceiro mais prevalente. Desde 1980, quando foi reconhecido como um diagnóstico válido, mudanças conceituais importantes ocorreram. A partir disso, o presente artigo apresenta uma revisão crítica da literatura sobre o desenvolvimento dos critérios diagnósticos do TEPT ao longo das edições do Manual diagnóstico e estatístico dos transtornos mentais (DSM, bem como informações sobre a prevalência do transtorno.Posttraumatic stress disorder (PTSD can be characterized by persistent symptoms of reexperience, avoidance and numbing, and increased arousal following exposure to a traumatic event. Epidemiological studies showed that PTSD is the third most prevalent anxiety disorder. Since it's recognition in 1980 as a valid diagnosis, important conceptual changes occurred. This article presents a critical review of the literature regarding development of diagnosis criteria of PTSD in the Diagnostic and statistical manual of mental disorders (DSM as well as information regarding its prevalence.

  4. Nosological profile and prevalence of common mental disorders of patients seen at the Family Health Program (FHP units in Petrópolis, Rio de Janeiro Perfil nosológico e prevalência de transtornos mentais comuns em pacientes atendidos em unidades do Programa de Saúde da Família (PSF em Petrópolis, Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Fortes

    2008-03-01

    Full Text Available OBJECTIVES: This study aims to detect the prevalence of common mental disorders among patients seen by doctors at family health program units in Petrópolis-RJ, and to establish their nosological profile. METHOD: The population of the study included all 18 to 65-year-old patient who attended any family health program units included in the study during a 30-day period, between August and December 2002 (n = 714. The prevalence of common mental disorders was assessed using the General Health Questionnaire, 12 item version. In order to establish the nosological profile, the Composite International Diagnostic Interview was administered to all common mental disorders positive patients who accepted to return (n = 215. RESULTS: At the cut-off point of 2/3 the common mental disorders prevalence was 56% and for 4/5, it was 33%. The most frequent nosological categories found among common mental disorders positive patients were depression and anxiety categories along with posttraumatic stress disorder, somatoform pain disorder and dissociative disorders. There was a high frequency of comorbidity, especially between anxiety, depression, somatoform and dissociative disorders. CONCLUSIONS: The common mental disorders prevalence and the nosological profile found in FHP were similar to those of other primary care studies in Brazil, but some disorders (posttraumatic stress disorder, somatoform pain disorder and dissociative disorders that had not been previously studied in this context were also very frequent. The high common mental disorders prevalence found reinforces the urgent need for systematic inclusion of this level of care in mental health assistance planning.OBJETIVOS: Conhecer a prevalência de transtornos mentais comuns na clientela atendida no Programa de Saúde da Família (PSF em Petrópolis-RJ e seu perfil nosológico. MÉTODO: Foram estudados todos os pacientes entre 18 e 65 anos atendidos no período de 30 dias, entre agosto e dezembro de 2002

  5. Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI): validação de entrevista breve para diagnóstico de transtornos mentais

    OpenAIRE

    Amorim, Patrícia

    2000-01-01

    Objetivos: O MINI é uma entrevista diagnóstica padronizada breve (15-30 minutos), compatível com os critérios do DSM-III-R/IV e da CID-10, que é destinada à utilização na prática clínica e na pesquisa em atenção primária e em psiquiatria, e pode ser utilizada por clínicos após um treinamento rápido (de 1 a 3 horas). A versão Plus do MINI, mais detalhada, gera diagnósticos positivos dos principais transtornos psicóticos e do humor do DSM-IV. Este artigo apresenta os resultados de quatro estudo...

  6. Transtornos mentais como fatores de risco para o desenvolvimento de abuso/dependência de cocaína: estudo caso-controle Mental disorders as risk factors for the development of cocaine abuse/dependence: case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia S Lopes

    1999-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o papel dos transtornos mentais e da dependência ao álcool como possíveis fatores de risco para o abuso/dependência de cocaína. MÉTODOS: Utilizou-se o desenho caso-controle e a técnica de bola-de-neve (snowball technique para selecionar uma amostra de usuários de cocaína não tratados na comunidade (casos e parear casos e controles por sexo, idade e amizade. A coleta de dados foi feita através da utilização do questionário CIDI (Composite International Diagnostic Interview que gera diagnósticos de acordo com os critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-III-R. A análise dos dados foi feita através de regressão logística condicional. RESULTADOS: O estudo incluiu 208 indivíduos. Os principais resultados mostraram que história passada de dependência ao álcool era o principal fator associado a um aumento no risco de desenvolvimento de abuso de cocaína (OR=15,1; IC 95% 3,8-60,2; nenhum outro transtorno mental isolado manteve-se significativamente associado ao aumento deste risco após a análise multivariada. Aumento no risco de abuso de cocaína também foi encontrado entre os indivíduos que relataram pensamentos suicidas (OR=3,1; IC 95% 0,91-10,8, sugerindo associação entre quadros mais graves de depressão e abuso de cocaína. CONCLUSÕES: Esses achados sugerem que os programas voltados para a prevenção e tratamento do abuso de cocaína devem estar preparados para o manejo de questões relacionadas à co-morbidade do abuso de drogas com o álcool e outros distúrbios psiquiátricos.OBJECTIVE: To evaluate the role of psychiatric disorders and alcohol dependence as possible risk factors for cocaine abuse/dependence. METHODS: The case-control study used the "snowball" technique in order to select untreated cocaine users (cases and to match sex, age and friendship. Information was gathered using the Composite International Diagnostic Interview (CIDI, and computer diagnosis were

  7. Transtornos mentais na gravidez, parto e puerpério, na região de Ribeirão Preto-SP-Brasil Mental disorders in the pregnancy, childbirth and puerperium, in the region of the Ribeirão Preto-SP, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita A. Villar Luis

    1998-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem como objetivo levantar o número de pacientes atendidas no Setor de Urgências Psiquiátricas (SUP e Clínica Obstétrica do Hospital das Clínicas (COHC da FMRP-USP, com o diagnóstico 648.4 (Transtornos Mentais na Gravidez, Parto e Puerpério, conforme CID-9, no período de 1988 a 1993. Solicitou-se um registro ao hospital, contendo informações sobre os atendimentos destes serviços. A população constitui-se de mulheres entre 15 e 29 anos cujos transtornos apresentados incluíram distúrbios psicóticos, quadros depressivos com ou sem tentativas de suicídio e transtornos mentais não especificados. Alguns desses distúrbios apresentaram-se em comorbidade com outros diagnósticos. Os resultados evidenciaram a necessidade do enfermeiro estar atento às manifestações sugestivas dos mesmos, bem como ajudar na busca de meios que facilitem a identificação de mulheres com alto risco.The present study have found out the number of patients assisted at the sector of Psychiatric Urgencies (SUP and at the Midwifery Clinic of the University Hospital at Ribeirão Preto (HC, with the diagnosis 648.4 (Mental Disorders in Pregnancy, Childbirth and Puerperium, according to CID-9, from 1988 to 1993. Authors searched for reports containing informations on the care provided in these services. The sample was formed by women from 15 to 29 old years, whose disorders include psychotic disorders, depressive cases with or without attempts of suicide and nonspecified mental disorders. Some of this disorders showed in comorbity with others diagnostics. Resulting showed the need of nurses paying more attention to manifestations of these disorders and search for means to enable the identifications in the care provided at emergencies.

  8. Prevalência e fatores associados aos transtornos mentais comuns em residentes médicos e da área multiprofissional Prevalence and factors associated with commom mental disorders in medical and multiprofessional health residents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Novaes Carvalho

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC e sua associação a fatores sociodemográficos e profissionais em residentes de medicina, enfermagem, nutrição e saúde coletiva da cidade do Recife (PE. MÉTODOS: Estudo transversal foi conduzido, em 2007, envolvendo uma amostra aleatória de 178 residentes que responderam a questões sociodemográficas e sobre a formação profissional e ao Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20. Calcularam-se as prevalências de TMC e estimaram-se as razões de prevalência (RP e os intervalos de confiança. RESULTADOS: A prevalência total dos TMC foi de 51,1% e não se observou associação aos fatores sociodemográficos. A prevalência do evento foi 39% maior nos médicos que nos não médicos (p = 0,049 e 46% maior em residentes médicos das especialidades cirúrgicas que entre os de enfermagem, nutrição e saúde coletiva (p = 0,048. Cinco das queixas do SRQ-20 foram mais frequentes no sexo feminino (p OBJECTIVE: To determine the prevalence of common mental disorders (CMD and its association with sociodemographics and professionals resident in medicine, nursing, nutrition and public health from the city of Recife (PE. METHODS: A survey was conducted in 2007, involving a random sample of 178 residents, who responded to question about sociodemographics and professional training and the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20. The prevalence of CMD were calculated, also prevalence ratios (PR and confidence intervals were estimated. RESULTS: The overall prevalence of CMD was 51.1%, and there was no association with sociodemographics factors. The prevalence of the event was 39% higher among the physicians than in the non-medical (p = 0,049 and 46% greater in the surgical specialties medical residents than among nursing, nutrition and public health (p = 0,048. Five of the SRQ-20 items were more frequent in female (p < 0,05. CONCLUSION: These findings indicate the high magnitude of CMD in

  9. Prevalência de transtornos mentais entre crianças e adolescentes e fatores associados: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daianna Lima Thiengo

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática para identificar os transtornos mais prevalentes na infância e adolescência e possíveis fatores associados. Métodos Várias bases eletrônicas de dados foram pesquisadas. Foram considerados critérios de inclusão: estudos epidemiológicos de base populacional; observacionais; com instrumentos validados; publicados em inglês, espanhol ou português; e que obtiveram pontuação acima de 12 pontos conforme critérios metodológicos do Checklist for Measuring Quality. Resultados Os transtornos mais frequentes encontrados pelos estudos, respectivamente, foram: depressão, transtornos de ansiedade, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH, transtorno por uso de substâncias e transtorno de conduta. Fatores que mais se mostraram associados aos diferentes transtornos foram: fatores biológicos, fatores genéticos e fatores ambientais. Conclusão O conhecimento desses transtornos e seus potenciais fatores de risco trazem a possibilidade de desenvolvimento de programas de intervenção focados em prevenir ou atenuar os efeitos destes.

  10. Mental disorders prevalence among female caregivers of children in a cohort study in Salvador, Brazil Prevalência de transtornos mentais entre cuidadoras de crianças de um estudo de coorte realizado em Salvador, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darci Neves Santos

    2006-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The caregiver-child relationship is important for child development. The prevalence of mental disorders was assessed in a female caregiver group and associated with socioenvironmental factors. METHOD: A cross sectional study was conducted in 326 caregivers whose children have been participating in a cohort study on mental development since 1999. RESULTS: The overall prevalence of mental disorders assessed according to the CIDI version 2.1 was 47.5% (95% CI 0.42-0.53. They were predominantly anxiety disorders (32.8%; 95%CI 0.27-0.38, followed by mood disorders (26.1%; 95%CI 0.21-0.31 and psychoactive substance abuse (10.1%; 95%CI 0.07-0.13. Anxiety and mood disorders were less likely in younger caregivers and substance abuse disorder was less likely among those better educated. DISCUSSION: The overall prevalence was similar to previous estimates, although 32.8% of anxiety disorders exceeded previous findings, which is unsurprising in a female sample. CONCLUSIONS: Younger caregivers with higher schooling were more likely to have better mental health, which favors child development.OBJETIVO: A relação criança-cuidador tem repercussões sobre o desenvolvimento infantil. Estimou-se a prevalência de transtornos mentais em um conjunto de cuidadoras, associando esta prevalência com fatores sócio-ambientais. MÉTODO: Estudo transversal realizado com 326 cuidadoras de uma coorte infantil em seguimento desenvolvimental desde1999. RESULTADOS: A prevalência global avaliada pelo CIDI versão 2.1, foi 47,5% (95% IC 0,42-0,53, predominando os transtornos de ansiedade (32,8%, 95% IC 0,27-0,38, seguidos por transtornos de humor (26,1%, 95% IC 0,21-0,31 e abuso de substâncias psicoativas (10,1%, 95% IC 0,07-0,13. Melhor escolaridade reduziu a chance de transtornos por abuso de substância. Entre jovens, foi menor a probabilidade de ocorrência de transtornos ansiosos e de humor. DISCUSSÃO: A prevalência global coincidiu com outros achados; por

  11. Dificuldades dos alunos na aprendizagem da Lei de Ampère, à luz da teoria dos modelos mentais de Johnson-Laird

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moreira Marco Antonio

    2003-01-01

    Full Text Available Este trabalho procurou detectar quais as dificuldades mais freqüentes que alunos de Física Geral têm na aprendizagem da Lei de Ampère, visando interpretar as mesmas com base na Teoria dos Modelos Mentais de Johnson-Laird. Foram pesquisados cerca de 230 estudantes, dos cursos de Engenharia e Matemática da UFRGS, ao longo de dois semestres letivos, por meio de suas respostas a questões e problemas envolvendo a Lei de Ampère. Ficou evidente que os alunos resolvem os problemas mecanicamente e respondem a questões descritivas da mesma forma, o que forneceu dados para levantar as dificuldades relacionadas a esse mecanicismo, que se traduzem em interpretações incompletas e/ou equivocadas da Lei de Ampère, objeto de nossa análise.

  12. Índice de massa corporal, percepção do peso corporal e transtornos mentais comuns entre funcionários de uma universidade no Rio de Janeiro Body mass index, body weight perception and common mental disorders among university employees in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Bento Veggi

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Foi testada a hipótese de que a autopercepção inadequada do peso corporal, com ou sem obesidade, estaria associada aos transtornos mentais comuns (TMC. MÉTODO: Foram analisados dados de um corte transversal de 4.030 funcionários de uma universidade no Rio de Janeiro, que participaram da Fase 1 (1999 de um estudo longitudinal (Estudo Pró-Saúde. Os participantes (de 22 a 59 anos preencheram um questionário, que incluiu a avaliação da presença de transtornos mentais comuns através do General Health Questionnaire (GHQ-12. O índice de massa corporal (IMC=kg/m² foi calculado com base em medidas de massa corporal e estatura, e os participantes classificaram seu peso corporal nas seguintes categorias: muito acima do ideal, um pouco acima do ideal, ideal, um pouco abaixo do ideal, muito abaixo do ideal. RESULTADOS: Entre as mulheres, 58,3% daquelas com índice de massa corporal menor que 25,0 kg/m² consideraram-se acima do peso ideal; entre os homens, esse percentual foi de 23,5%. Através da análise multivariada por regressão logística ajustada por idade, renda, atividade física recreativa, morbidade auto-referida e índice de massa corporal, observou-se uma forte associação entre a presença de transtornos mentais comuns e a percepção de peso muito acima do ideal entre as mulheres (OR=1,84, IC 95%=1,22-2,76. Entre as mulheres, o índice de massa corporal apresentou uma tendência de associação com a presença de transtornos mentais comuns (p da tendência=0,05 que não persistiu após o ajuste por renda e morbidade auto-referida. CONCLUSÃO: A percepção inadequada do peso corporal, independente do índice de massa corporal, esteve associada à presença dos transtornos mentais comuns nas mulheres, mas não nos homens. Uma possível explicação para essa associação está relacionada à maior pressão sociocultural disseminada entre as mulheres para se enquadrarem ao ideal de magreza vigente.OBJECTIVE: We tested

  13. Padrões de atividade física de pessoas com transtornos mentais e de comportamento Patterns of physical activity of people with chronic mental and behavioral disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica Nickel Adamoli

    2009-02-01

    Full Text Available Considerando a atividade física (AF como uma possibilidade viável de intervenção na melhora da qualidade de vida e prognóstico de indivíduos com transtornos mentais e de comportamento (TMC, o objetivo deste estudo foi analisar o padrão de AF de pessoas com TMC, atendidas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS da cidade de Pelotas. Foi realizado um estudo descritivo sobre os padrões de AF de indivíduos com TMC. A população-alvo deste estudo foi constituída pelas pessoas atendidas nos CAPS da cidade. A amostra foi composta por 85 usuários e seus familiares de seis CAPS da cidade. A média de idade dos usuários da amostra foi de 40,9 anos (DP 13,8. Verificou-se que esta população possui menor escolaridade e menor nível econômico se comparado à população em geral. Constatou-se baixa prevalência de AF de lazer, além de uma tendência, entre as mulheres, de utilizarem grande parte do seu tempo de AF em atividades domésticas. Entre as AF realizadas nos CAPS, os homens mostraram-se mais participativos do que as mulheres. Sendo assim, a prática de AF realizadas no atendimento dos CAPS parece ser uma iniciativa viável como uma das partes do tratamento destes indivíduos, oferecendo uma oportunidade única de prática física orientada e estruturada.Since physical activity (PA is capable of improving both the quality of life and the prognosis for individuals with mental and behavioral disorders (MBD, the main purpose of this study was to analyze the PA patterns in individuals with MBD frequenting a Psychosocial Care Center (PCC in the city of Pelotas. The target population of this descriptive study consisted of individuals attended in any of the PCCs of Pelotas. The sample was selected from six PCCs and comprised 85 patients and their relatives. The mean age of the sample was 40.9 years (standard deviation 13.8. It was found that, in comparison with the general population, these individuals had a lower socioeconomic level and

  14. Transtornos mentais comuns e auto-estima na gestação: prevalência e fatores associados Common mental disorders and self-esteem in pregnancy: prevalence and associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Azevedo da Silva

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi verificar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC e sua relação com auto-estima, bem como outros fatores associados à ocorrência de TMC em gestantes. Foi realizado um estudo transversal aninhado a uma coorte no qual participaram gestantes atendidas no serviço de saúde do Sistema Único de Saúde na cidade de Pelotas, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Foi utilizado para o rastreamento de transtornos mentais comuns o Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20 e, para avalia a auto-estima, a Escala de Auto-Estima de Rosenberg. A amostra constituiu-se de 1.267 gestantes, que tinham em média 25 anos (dp = 6,53. A média de auto-estima foi de 9,3 pontos (dp = 4,76 e a prevalência de TMC em gestantes foi de 41,4%. Evidenciou-se, também, que quanto menor a auto-estima da grávida maiores são as chances de associação a TMC (p The aim of this study was to assess the prevalence of common mental disorders and the association with self-esteem and other factors in pregnant women. A nested cross-sectional study was performed in a cohort of pregnant women treated in the public health system in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil. The Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20 was used to screen for common mental disorders and the Rosenberg's Self-Esteem Scale for self-esteem. The sample consisted of 1,267 pregnant women with a mean age of 25 years (SD = 6.53. Mean self-esteem was 9.3 points (SD = 4.76, and prevalence of common mental disorders was 41.4%. Lower self-esteem was associated with higher odds of common mental disorders (p < 0.001. There was a significant association between higher prevalence of common mental disorders and low self-esteem.

  15. Tratamento nutricional dos transtornos alimentares Nutritional treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Romero Latterza

    2004-01-01

    Full Text Available Pacientes com transtornos alimentares possuem inadequações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentar, além de diversas crenças equivocadas sobre alimentação, o que geralmente acarreta piora do estado nutricional. O tratamento nutricional visa a reverter tais alterações e promover hábitos alimentares saudáveis e melhor relação para com o alimento. Os objetivos e características do tratamento diferem para a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, contudo, usualmente, a abordagem é dividida em duas fases: a educacional, cujas principais metas são a regularização do hábito alimentar e o aumento do conhecimento nutricional, e a experimental, que visa a propiciar maior reabilitação nutricional e mudanças mais profundas no comportamento alimentar. As evidências existentes sugerem que o tratamento nutricional promove a melhora de tais parâmetros, porém, alguns comportamentos alimentares, como a sensação de incompetência ao lidar com os alimentos, permanecem. Desta forma, mais estudos são necessários para que se possa de fato avaliar a eficácia da abordagem nutricional.Patients with eating disorders have disturbed food intake, food pattern, food behavior, and mistaken beliefs about food and nutrition, which can worsen nutritional status. The nutritional treatment aims to revert such alterations and to promote better food habits and relationship with food. The objectives and characteristics of the treatment are different for anorexia nervosa and bulimia nervosa, but usually the approach has two phases: the educational phase, whose major goals are regularization of food habits and increase of nutrition knowledge; and the experimental phase, whose targets are better nutritional rehabilitation and more complex improvements of nutritional behavior. Evidence suggests that nutritional treatment can ameliorate such parameters, but some inadequate food behaviors remain, such as feeling of incompetence while dealing with

  16. Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI: validação de entrevista breve para diagnóstico de transtornos mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amorim Patrícia

    2000-01-01

    Full Text Available Objetivos: O MINI é uma entrevista diagnóstica padronizada breve (15-30 minutos, compatível com os critérios do DSM-III-R/IV e da CID-10, que é destinada à utilização na prática clínica e na pesquisa em atenção primária e em psiquiatria, e pode ser utilizada por clínicos após um treinamento rápido (de 1 a 3 horas. A versão Plus do MINI, mais detalhada, gera diagnósticos positivos dos principais transtornos psicóticos e do humor do DSM-IV. Este artigo apresenta os resultados de quatro estudos de validação do instrumento, realizados na Europa e nos EUA. Métodos: Os estudos 1 (França e 2 (EUA testaram a confiabilidade -entre avaliadores e teste-reteste -da versão DSM-III-R do MINI (n=84, sendo 42 pacientes psiquiátricos de cada centro e sua validade com relação ao CIDI (n=346, sendo 296 pacientes psiquiátricos e 50 controles e ao SCID-P (n=370, sendo 308 pacientes psiquiátricos e 62 controles, respectivamente. O estudo 3 testou a validade de diagnósticos gerados por clínicos gerais usando o MINI (DSM-IV com relação aos diagnósticos clínicos habituais de psiquiatras, em 409 pacientes de centros de atenção primária de quatro países (França, Espanha, Itália e Reino Unido. O estudo 4 testou a confiabilidade entre avaliadores (n=20 pacientes psiquiátricos e a validade dos módulos Transtornos Psicóticos, Depressão e Mania do MINI Plus - DSM IV (n=104 pacientes psiquiátricos com relação a dois critérios de referência: diagnósticos do CIDI e diagnósticos clínicos de psiquiatras. Análises quantitativas (índices de concordância e de validade e qualitativas (razões de discordância foram realizadas. Resultados: Os índices de confiabilidade do MINI (estudos 1 e 2 e do MINI Plus (estudo 4 foram globalmente satisfatórios. Comparados a vários critérios de referência (CIDI, SCID-P, opinião de peritos, em diferentes contextos (unidades psiquiátricas e centros de atenção primária, o MINI e o MINI

  17. Proximidade afetiva no relacionamento profissional-paciente no tratamento dos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    2013-09-01

    Full Text Available Poucos espaços são oferecidos para escuta de como pacientes diagnosticados com transtornos alimentares entendem o discurso que preconiza a necessidade de distanciamento afetivo entre profissional e paciente. Buscamos compreender de que modo o pedido dos pacientes por maior proximidade afetiva em relação ao profissional de saúde pode participar da construção do bom relacionamento com médicos, psicólogos e nutricionistas. Pacientes de um serviço de assistência em transtornos alimentares foram entrevistados. A análise do material baseou-se na proposta teórico-metodológica das práticas discursivas e produção de sentidos sustentada pelo discurso construcionista social. Foram destacados os sentidos e discursos e os jogos de posicionamentos implicados nessas produções discursivas. As participantes construíram a proximidade com o profissional como ingrediente fundamental para uma possível superação do transtorno. Os argumentos a favor de um contato mais íntimo com os profissionais e o uso do discurso da neutralidade pelo profissional foram problematizados em seu contexto de produção.

  18. Transtornos mentais e comportamentais no sistema de informações hospitalares do SUS: perspectivas para a enfermagem Trastornos mentales y de compotamiento en el sistema de informaciones hospitalarias del sus: perspectivas para la enfermerìa Mental and behavioral disturbances in the hospital information system: perspectives for nursing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilaine Cristina da Silva

    2006-06-01

    Full Text Available Este estudo objetivou explorar algumas das possibilidades de informações sobre os transtornos mentais e comportamentais usando a Internet, especificamente dentro do site do Ministério da Saúde, DATASUS. Apresentou elementos que ilustram recursos dos Sistemas de Informação em Saúde, os quais podem ser utilizados pelos enfermeiros como um meio seguro e simplificado para obtenção de dados. O estudo focalizou internações psiquiátricas pelo SIH-SUS no município de Ribeirão Preto, SP. Ante a necessidade do enfermeiro de utilizar os recursos que possam contribuir para a organização dos serviços e para a análise da situação dos transtornos mentais e comportamentais, os dados do SIH-SUS apresentam-se como instrumento possível para desencadear o processo de análise, cujos resultados podem possibilitar mudanças importantes para o gerencimento dos serviços, na busca de qualidade na assistência em saúde mental e psiquiatria.En este estudio se tuvo como objetivo explorar algunas posibilidades de informaciones sobre los trastornos mentales y de comportamiento usando Internet, específicamente dentro de la página Web del Ministerio de Salud, DATASUS. Se presentó elementos que ilustran recursos de los Sistemas de Información en Salud, que pueden ser utilizados por los enfermeros como un medio seguro y simplificado para la obtención de datos. El estudio enfocó hospitalizaciones psiquiátricas realizadas por el SIH-SUS en el municipio de Ribeirão Preto, estado de São Paulo. Ante la necesidad que tiene el enfermero de utilizar los recursos que puedan contribuir a la organización de los servicios y análisis de la situación de los trastornos mentales y de comportamiento, los datos del SIH-SUS se presentan como instrumento posible para desencadenar el proceso de análisis, cuyos resultados pueden posibilitar cambios importantes para la gerencia de los servicios, en búsqueda de calidad en la asistencia en salud mental y psiqui

  19. Perfil das atitudes de formandos em enfermagem frente aos transtornos mentais no Brasil, Chile e Peru Actitudes de alumnos de enfermería ante trastornos mentales en Brasil, Chile y Perú Attitudes of graduate nursing students towards mental disorders in Brazil, Chile and Peru

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Jorge Pedrão

    2005-06-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo traçar um perfil de atitudes de formandos em enfermagem frente aos transtornos mentais em três culturas diferentes: Brasil, Chile e Peru. Para isso foi utilizada a escala de opiniões sobre a doença mental. Os resultados mostraram diferenças estatisticamente significantes no nível de 5% nos fatores autoritarismo, ideologia de higiene mental, restrição serial e visão minoritária, favoráveis aos estudantes brasileiros. No fator etiologia interpessoal, os resultados foram favoráveis aos estudantes peruanos e no fator etiologia de esforço mental, favoráveis aos chilenos. No fator benevolência não houve evidência estatística que afirmasse diferença. Esses resultados permitem concluir que os formandos brasileiros apresentaram atitudes mais positivas frente aos transtornos mentais, mostrando-se menos autoritários, restritivos e discriminadores que os chilenos e peruanos, portanto, com maiores possibilidades de desenvolverem condutas mais terapêuticas com a pessoa portadora dos transtornos referidos.Este estudio tuvo como objetivo delinear un perfil de actitudes de alumnos en enfermería ante trastornos mentales en tres culturas diferentes: Brasil, Chile y Perú. Para esto, los autores utilizaron la escala de opiniones respecto a la enfermedad mental. Los resultados evidenciaron diferencias estadísticamente significativas (5% en factores como autoritarismo, ideología de higiene mental, restricción social y visión minoritaria, favorables a los estudiantes brasileños. En el factor etiología interpersonal, los resultados fueron favorables a los estudiantes peruanos y, en el factor etiología de esfuerzo mental, a los estudiantes chilenos. En el factor benevolencia, no fueron encontradas diferencias estadísticamente comprobadas. Estos resultados permitieron concluir que los alumnos brasileños presentaron actitudes más positivas ante los trastornos mentales, mostrándose menos autoritarios

  20. Tratamento farmacológico dos transtornos alimentares Pharmacological treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose C Appolinario

    2002-12-01

    Full Text Available O tratamento dos transtornos alimentares (TA geralmente exige uma abordagem multidisciplinar em que a farmacoterapia é adjuvante de abordagens psicológicas e nutricionais. Psicotrópicos são indicados para a maioria dos pacientes com TA para tratar as comorbidades e também os sintomas chamados nucleares. Progressos importantes estão ocorrendo nos últimos anos. Este artigo apresenta uma revisão das evidências atuais e perspectivas futuras para o tratamento farmacológico da anorexia nervosa, bulimia nervosa e do transtorno da compulsão alimentar periódica.The treatment of eating disorders (ED usually involves a multidisciplinary approach and pharmacotherapy is adjunctive to psychological and nutritional interventions. Psychotropic agents are prescribed for most patients with ED to treat both the comorbid conditions and ED core symptoms. Important progresses have occurred in the last years. We present an overview of the current evidences and future directions in the pharmacological treatment of anorexia nervosa, bulimia nervosa and binge eating disorder.

  1. Terapia cognitivo-comportamental dos transtornos alimentares Cognitive-behavioural therapy of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Duchesne

    2002-12-01

    Full Text Available A terapia cognitivo-comportamental é uma intervenção breve, semi-estruturada e orientada para metas, que tem sido amplamente utilizada nos centros de pesquisa e tratamento de transtornos alimentares. O presente artigo tem por objetivo descrever as principais estratégias cognitivas e comportamentais utilizadas no tratamento ambulatorial dos transtornos alimentares. Vários ensaios clínicos avaliaram a eficácia da terapia cognitivo-comportamental, indicando que ela favorece a remissão ou diminuição da freqüência de episódios de compulsão alimentar, dos comportamentos purgativos e da restrição alimentar. Tem sido relatada também melhora do humor, do funcionamento social, e diminuição da preocupação com peso e formato corporal.The cognitive-behavioural therapy is a brief, semi-structured and goal oriented intervention, which has been largely used in research and treatment centers specialized on eating disorders. The present article describes the main cognitive and behavioral strategies used in the outpatient treatment of eating disorders. Several clinical studies assessed the effectiveness of cognitive-behavioural therapy, indicating the remission or the reduction of the frequency of binge eating episodes, purgative behaviours and food restriction. Social and mood improvement, as well as reduction of weight and body shape concerns, have also been reported.

  2. Redução da estigmatização e da discriminação das pessoas idosas com transtornos mentais: uma declaração técnica de consenso Reducing stigma and discrimination against older people with mental disorders: a technical consensus statement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nori Graham

    2007-01-01

    Full Text Available A Organização Mundial da Saúde (OMS e a Seção de Psiquiatria da Pessoa Idosa da Associação Mundial de Psiquiatria (AMP, em colaboração com um grupo interdisciplinar de representantes das principais associações internacionais e organizações não-governamentais implicadas na saúde mental das pessoas idosas, publicaram três declarações técnicas de consenso sobre a psiquiatria da pessoa idosa (1, a organização dos cuidados em psiquiatria da pessoa idosa (2 e o ensino da psiquiatria da pessoa idosa (3. O Dia Mundial da Saúde 2001, cujo tema foi "Não à exclusão, sim aos cuidados", deu origem a uma nova reunião de consenso sobre o tema da estigmatização e discriminação das pessoas idosas com transtornos mentais. Essa nova reunião foi realizada em Lausanne nos dias 8 e 9 de outubro de 2001 e produziu uma declaração técnica de consenso. O texto inicial foi publicado pela OMS e AMP em inglês. Este artigo apresenta a versão em português desse documento.This technical consensus statement is jointly produced by the Old Age Psychiatry section of the World Psychiatric Association and the World Health Organization, with the collaboration of several NGOs and the participation of experts from different regions. It is intended to be a tool for (i promoting debate at all levels on the stigmatization of older people with mental disorders; (ii outlining the nature, causes and consequences of this stigmatization; and (iii promoting and suggesting policies, programs and actions to combat this stigmatization.

  3. Conhecimento dos cirurgiões dentistas sobre manifestações orais em pacientes portadores de transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Luersen Maciel

    2017-08-01

    Full Text Available Os transtornos alimentares podem repercutir nos dentes e nos tecidos bucais. O tratamento destes transtornos demanda de uma abordagem interdisciplinar e o cirurgião-dentista representa um importante papel na equipe multiprofissional. O objetivo deste estudo foi verificar e analisar o conhecimento dos cirurgiões-dentistas a respeito da Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa e suas manifestações orais. A pesquisa, de natureza quantitativa transversal, foi realizada através da aplicação de questionários a 100 cirurgiões-dentistas do Centro de Estudos Odontológicos CEOM, da Escola de Odontologia IMED e da Iodontus Odontologia. Como resultados, 81% dos profissionais entrevistados realizam atividades educativo-preventivas, 94% relataram que possuíam pouco conhecimento a respeito da Anorexia Nervosa e da Bulimia Nervosa, 95% acreditam na importância do diagnóstico de transtornos alimentares e 57% já teve contato “algumas vezes” com pacientes portadores de transtornos alimentares. Segundos os cirurgiões-dentistas, as principais alterações relatadas foram erosão dentária, sensibilidade, úlceras e eritema de palato e gengiva. Conclui-se, dessa forma, que muitas vezes como primeiros profissionais da saúde a diagnosticar estes distúrbios, os cirurgiões-dentistas ainda necessitam obter um maior conhecimento em relação aos transtornos alimentares e suas manifestações orais, a fim de estarem aptos a realizar um correto diagnóstico e ter sucesso no tratamento odontológico dos pacientes portadores de transtornos alimentares.

  4. Conhecimento dos cirurgiões dentistas sobre manifestações orais em pacientes portadores de transtornos alimentares

    OpenAIRE

    Nathalia Luersen Maciel; Larissa Cunha Cé

    2017-01-01

    Os transtornos alimentares podem repercutir nos dentes e nos tecidos bucais. O tratamento destes transtornos demanda de uma abordagem interdisciplinar e o cirurgião-dentista representa um importante papel na equipe multiprofissional. O objetivo deste estudo foi verificar e analisar o conhecimento dos cirurgiões-dentistas a respeito da Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa e suas manifestações orais. A pesquisa, de natureza quantitativa transversal, foi realizada através da aplicação de questioná...

  5. Uma revisão dos estudos latino-americanos sobre o transtorno da compulsão alimentar periódica A review of Latin American studies on binge eating disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marly Amorim Palavras

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar o estado de arte da literatura latino-americana sobre o transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODO: Foi feita uma busca sobre estudos realizados em países latino-americanos usando-se o termo "binge eating", nas seguintes bases eletrônicas: PubMed, LILACS, SciELO e PsycINFO. O critério de inclusão foi selecionar estudos desenvolvidos com amostras latino-americanas que preencheram critérios parciais ou completos do transtorno da compulsão alimentar periódica pelo Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição. RESULTADOS: Foram rastreados 8.123 artigos e 30 preencheram o critério de inclusão (18 estudos de corte transversal, cinco ensaios clínicos, quatro relatos de casos, dois estudos de validade, um estudo de coorte. A maioria dos estudos foi conduzida no Brasil (27, um na Argentina, um na Colômbia e um na Venezuela. A prevalência de transtorno da compulsão alimentar periódica em obesos em programas para perda de peso esteve entre 16% e 51,6%. A comparação entre obesos com e sem transtorno da compulsão alimentar periódica mostrou uma maior tendência para peso mais alto, oscilação ponderal, preocupação com peso e forma corporal e associação com comorbidades psiquiátricas naqueles com transtorno da compulsão alimentar periódica. CONCLUSÃO: O transtorno da compulsão alimentar periódica mostra-se um fenômeno verificável na América Latina com características clínicas semelhantes às encontradas na literatura internacional. Esta revisão fornece subsídios para que o transtorno da compulsão alimentar periódica seja considerado uma categoria distinta de transtorno alimentar na Classificação Internacional de Doenças-11ª Edição.OBJECTIVE: To review the state of the art of the scientific literature on binge eating disorder in Latin America. METHOD: A literature search of studies conducted in Latin American countries using the term "binge eating" was performed

  6. Quem são os moradores de residências terapêuticas? Perfil de usuários portadores de transtornos mentais desinstitucionalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Vieira França

    Full Text Available RESUMO Este artigo teve como objetivo caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico de moradores de Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT. Trata-se de um estudo transversal, censitário, com 190 moradores de SRT de Recife (PE, analisando as variáveis de perfil sociodemográfico e o histórico psiquiátrico. Observou-se que os moradores se caracterizam, em sua maioria, por homens, solteiros, idosos, analfabetos e histórico de múltiplos e longos internamentos psiquiátricos. Conclui-se que as condutas iatrogênicas praticadas no hospital deixaram sequelas importantes em diversos aspectos da vida dos usuários e tornaram-se numa dívida social que ainda precisa ser paga pela sociedade.

  7. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  8. As interações entre os atores no retorno ao trabalho após afastamento por transtorno mental: uma metaetnografia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson da Fonseca Neves

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo Transtornos mentais repercutem no mundo do trabalho. Estudos sobre interações entre os atores envolvidos no retorno ao trabalho são raros. A metaetnografia presta-se a sintetizar estudos qualitativos através da interpretação e comparação contínua dos conceitos presentes nos artigos. Este estudo propõe uma metaetnografia sobre as interações entre os atores sociais envolvidos no processo de retorno ao trabalho após afastamento por transtornos mentais. Visa: (1 explorar as interações entre os atores sociais envolvidos no retorno ao trabalho; (2 identificar facilitadores ou obstáculos para o retorno ao trabalho. A busca nas bases de dados produziu 619 artigos dos quais 16 atenderam aos critérios de inclusão. A análise dos artigos revelou seis conceitos de segunda ordem que resultaram em duas sínteses. A primeira diz respeito ao ethos do desempenho no retorno ao trabalho e a segunda aponta para o retorno ao trabalho como catalizador de novos modos de vida. Modelos que privilegiam o ethos do desempenho do trabalhador, bem como uma perspectiva orientada por aspectos psicossociais podem facilitar as praticas de retorno ao trabalho após afastamento por transtornos mentais.

  9. Prevalência de Transtorno Mental e Comportamental em Trabalhadores de Indústrias de Abate de Suínos e Aves no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Romilda Guilland

    2017-02-01

    Full Text Available No Brasil, no Paraná, a produção de alimentos de origem animal é uma das atividades econômicas que mais contrata força de trabalho, mas, também, é uma das que mais contribui para a ocorrência de adoecimentos, porém ainda se tem pouco conhecimento sobre os transtornos mentais. Trata-se de uma pesquisa epidemiológica de caráter descritivo acerca de transtornos mentais e comportamentais em trabalhadores de indústrias de abate de suínos, aves e outros pequenos animais do estado do Paraná. Foram utilizados dados secundários da Previdência Social brasileira, de 2008 a 2014. Os resultados apontaram que a maioria dos trabalhadores incapacitados têm entre 28 e 38 anos, são mulheres e apresentam prevalência de depressão. Houve prevalência do benefício auxílio-doença previdenciário em detrimento do auxílio-doença por acidente de trabalho, que possui nexo com o trabalho. Além disso, redução anual dos benefícios acidentários concedidos. Conclui-se que há dificuldade dos trabalhadores em obter o reconhecimento da doença como decorrente do trabalho, especialmente quando caracterizadas como transtornos mentais.

  10. Epidemiologia dos transtornos alimentares: estado atual e desenvolvimentos futuros Epidemiology of eating disorders: current status and future developments

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Phillipa J Hay

    2002-12-01

    Full Text Available Os objetivos do presente trabalho foram: fornecer uma avaliação do progresso da epidemiologia na área de transtornos alimentares, desde estudos sobre incidência e prevalência até os estudos comunitários prospectivos, bem como estudos caso-controle; sintetizar o atual estado da incidência e prevalência dos transtornos alimentares; discutir os estudos epidemiológicos analíticos sobre os transtornos alimentares, enfocando estudos comunitários sobre fatores de risco e nosologia; e apontar as áreas de estudos futuros, especialmente sobre a carga social e econômica e o grau de "conhecimento sobre saúde mental" da população em geral a respeito das pessoas com transtornos alimentares. Apesar dos problemas para identificar e recrutar um número suficiente de pessoas com anorexia nervosa e os métodos variáveis de recrutamento de casos, os estudos sobre incidência e prevalência dos transtornos alimentares atingiram um consenso e em geral não corroboram uma incidência ascendente atual, exceto, possivelmente, por um pequeno aumento na anorexia nervosa em mulheres jovens. A aplicação de métodos epidemiológicos analíticos permitiu uma compreensão melhor dos fatores ambientais e genéticos, em comparação com os sociais e econômicos, quanto ao risco de desenvolvimento de transtornos alimentares, bem como ajudaram no refinamento da nosologia desses transtornos. Futuramente, a epidemiologia analítica terá potencial para responder a questões-chave sobre a natureza e os determinantes dos transtornos alimentares e para ajudar a decidir como auxiliar os que mais necessitem.The present paper aims were: to provide an overview of development of epidemiology in the area of eating disorders, from studies of incidence and prevalence, through to community based prospective as well as case controlled studies; to summarise the current status of incidence and prevalence of eating disorders; to discuss analytic epidemiological studies of eating

  11. Comparação entre a prevalência de transtornos mentais em pacientes obesos e com sobrepeso = Comparison between the prevalence of mental disorders in obese and overweight patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verdolin, Louise Deluiz

    2012-01-01

    Conclusões: Transtornos ansiosos foram mais prevalentes em pacientes obesos quando comparados aos pacientes com sobrepeso, alguns transtornos psíquicos associaram-se a obesidade grave e transtornos depressivos foram mais prevalentes em pacientes com circunferência da cintura muito aumentada. Estes resultados reafirmam a importância de considerar a abordagem psiquiátrica no manejo clínico da obesidade

  12. O transtorno bipolar como experiência: a perspectiva dos filhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lia Keuchguerian Silveira Campos

    Full Text Available RESUMO Objetivo Compreender o transtorno afetivo bipolar (TAB e suas implicações pela perspectiva dos filhos adultos de mães que receberam o diagnóstico quando eles eram crianças. Métodos Pesquisa qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas de questões abertas em profundidade com 21 filhos de pacientes do Ambulatório de Psiquiatria Geral de Adultos do HC/Unicamp. A técnica de tratamento de dados foi feita por meio da análise de conteúdo das entrevistas transcritas na íntegra e categorização. Resultados Os significados psicológicos atribuídos pelos filhos à experiência de ter uma mãe com TAB possibilitaram a elaboração de um esquema da infância, adolescência à vida adulta. Os achados revelam que na infância a instabilidade da mãe, característica do TAB, gera sentimentos de culpa e desamparo nos filhos, pela percepção da introspecção materna nos períodos dos episódios em contraste com os momentos de remissão, nos quais percebem envolvimento emocional e disponibilidade para a maternidade. Na adolescência, os filhos contestam as demandas de suas mães. Demonstram identificação com os sintomas maternos. Na vida adulta, há percepção de melhora na relação mãe-filho diante da abdicação das escolhas pessoais para a dedicação aos cuidados à mãe. Os achados revelam que a compreensão do TAB feita por meio da experiência dos filhos com suas mães fica apenas na racionabilidade, pois eles não conseguem manejá-la de forma efetiva e sentem-se aprisionados. Conclusões A equipe de saúde pode auxiliar os filhos desde o manejo de questões cotidianas até o diagnóstico precoce de psicopatologias ao se dedicar ao acolhimento deles quando da vinda de suas mães ao tratamento.

  13. Eventos de vida produtores de estresse e transtornos mentais comuns: resultados do Estudo Pró-Saúde Stressful life events and common mental disorders: results of the Pro-Saude Study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia S. Lopes

    2003-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é investigar a associação entre eventos de vida produtores de estresse (EVPE e transtornos mentais comuns (TMC. Dados seccionais da fase 1 de um estudo de coorte (Estudo Pró-Saúde foram coletados entre 4.030 funcionários. Informações foram obtidas por meio de um questionário multidimensional autopreenchível (General Health Questionnaire que avaliou a presença de TMC nas duas semanas anteriores, ocorrência de EVPE nos 12 meses anteriores e variáveis sociodemográficas. Após ajuste por sexo, idade, renda e situação conjugal, problemas financeiros graves foram os eventos associados a uma chance mais elevada de TMC (OR = 2,6; IC95%: 2,2-3,0, seguidos de agressão física (OR = 2,1; IC95%: 1,5-2,9, mudança forçada de moradia (OR = 1,9; IC95%: 1,5-2,4, doença grave (OR = 1,8; IC95%: 1,5-2,1, rompimento de relação amorosa (OR = 1,9; IC95%: 1,6-2,3, internação hospitalar (OR = 1,4; IC95%: 1,1-1,8 e assalto ou roubo (OR = 1,5; IC95%: 1,2-1,8. Os resultados apontam para a necessidade de se investigar efeitos de longo prazo associados a estes eventos, assim como de fatores que potencialmente modifiquem seu impacto, de forma a subsidiar ações de prevenção mais efetivas na área da saúde mental.This study investigates the association between stressful life events (SLE and common mental disorders (CMD among university employees in Rio de Janeiro, Brazil. Phase 1 sectional data from a cohort study (the Pro-Saude Study were collected among 4,030 participants. A standardized self-administered questionnaire (General Health Questionnaire assessed the presence of CMD during the previous two weeks, the occurrence of SLE in the previous 12 months, and socio-demographic characteristics. After adjustment for gender, age, income, and marital status, severe financial problems were associated with the greatest risk of CMD (OR = 2.6; 95%CI: 2.2-3.0, followed by physical aggression (OR = 2.1; 95%CI: 1.5-2.8, disruption of a

  14. Genes relacionados ao metabolismo dos fosfolípides como fatores de risco para o transtorno afetivo bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meira-Lima Ivanor V

    2003-01-01

    Full Text Available Os estudos de epidemiologia genética fornecem consistente evidência de que o componente genético tem um papel preponderante no risco para o Transtorno Afetivo Bipolar (TAB, embora genes de vulnerabilidade ainda não tenham sido identificados de forma inequívoca. Nesta atualização os autores apresentam dados demonstrando que os fosfolípides exercem um relevante papel nos processos de sinalização intracelular e que estudos da neuroquímica dos estabilizadores do humor convergem em apontar para uma ação destas drogas nas vias de transdução de sinais reguladas pelas fosfolipases. Concluem que investigações de variantes nos genes que codificam enzimas do metabolismo dos fosfolípides como potenciais genes de susceptibilidade podem ampliar o conhecimento acerca dos fatores de risco e dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos no surgimento destes transtornos do humor.

  15. A impulsividade dos portadores de transtorno bipolar resulta em alta prevalência de comorbidade com transtornos do controle dos impulsos?

    OpenAIRE

    Caetano, Murilo Ferreira

    2016-01-01

    O Transtorno Bipolar (TB) é uma condição psiquiátrica crônica, potencialmente incapacitante, que se inicia geralmente na adolescência ou no início da na vida adulta, está marcado por risco aumentado de suicídio, incapacitação para o trabalho, uso de drogas e outros problemas. A impulsividade é uma característica marcante como um estado das fases agudas, sobretudo da mania e da hipomania, mas tem sido demonstrada como um traço, uma característica longitudinal do TB. Já os Trans...

  16. The effectiveness of a non-pharmacological intervention for weight gain management in severe mental disorders: results from a national multicentric study Efetividade de uma intervenção não farmacológica para manejo do ganho de peso em pacientes com transtornos mentais graves: resultados de um estudo multicêntrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília Attux

    2011-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the effectiveness of a non-pharmacological intervention for weight gain management in severe mental disorders. METHOD: An open, multicentre interventional study was conducted in 93 mental health services. Patients concerned with weight gain were included in this study and received a 12-week 1-hour group intervention focused on nutrition counseling, lifestyle, physical activity and self-esteem. Weight, waist circumference and blood pressure were measured before and after the intervention. RESULTS: 1,071 patients were enrolled in the study, and 73.9% completed the 12-week intervention. Significant weight loss (Mean difference: 0.41, CI 95%: 0.18 to 0.64, p = 0.001 and a significant BMI reduction (Mean difference: 0.13, CI 95%: 0.04 to 0.22, p = 0.006 were observed. During the intervention 37 (4.4% patients lost > 7% of their initial weight, 780 (92.5% maintained their weight, and 26 (3.1% of the patients had a meaningful weight gain (> 7%. There was a significant increase in the proportion of patients undertaking physical activity after the intervention (70.8%, p OBJETIVO: Avaliar a efetividade de uma intervenção não farmacológica no manejo do ganho de peso para pacientes com transtornos mentais graves. MÉTODO: Foi realizado um estudo aberto multicêntrico longitudinal em 93 serviços de saúde. Pacientes preocupados com o peso foram incluídos e participaram de uma intervenção em grupo de uma hora de duração durante 12 semanas com foco em educação alimentar, atividade física e autoestima. Peso, circunferência da cintura e press��o arterial foram avaliados antes e após a intervenção. RESULTADOS: 1071 pacientes foram incluídos no estudo, 73,9% completaram a intervenção. Foram observados diminuição de peso e índice de massa corporal significativos (peso: diferença da média: 0,41, IC 95%: 0,18-0,64, p = 0,001; índice de massa corporal: diferença da média: 0,13, IC 95%: 0,04-0,22, p = 0,006. Ap

  17. Condições de trabalho e transtornos mentais comuns em trabalhadores da rede básica de saúde de Botucatu (SP Working conditions and common mental disorder among primary health care workers from Botucatu, São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Candida de Braga

    2010-06-01

    Full Text Available Os transtornos mentais comuns (TMC apresentam elevada prevalência em populações gerais e de trabalhadores, com consequências individuais e sociais importantes. Este estudo, transversal e descritivo, explora a relação entre demandas psicológicas, grau de controle e presença de suporte social no trabalho e prevalência de TMC em trabalhadores da rede básica de saúde de Botucatu (SP. A coleta de dados foi feita por meio de questionário autoaplicável, não identificado, com destaque para itens relativos à demanda-controle-suporte e presença de TMC (Self Reporting Questionnaire, SRQ-20. As informações foram inseridas em banco de dados construído com Excel/Office XP 2003 e a análise estatística, efetuada com o programa SAS. Constatou-se que 42,6% dos trabalhadores apresentavam TMC. A observação de associação - alta prevalência de TMC com elevado desgaste (classificação de Karasek e baixa prevalência de TMC com baixo desgaste - indica que, no município estudado, as condições de trabalho na atenção básica constituem fator contributivo não negligenciável ao adoecimento dos trabalhadores. Revela-se a necessidade de intervenções direcionadas ao cuidado aos trabalhadores, melhoria das condições de trabalho e aumento do suporte social no trabalho.Common mental disorders (CMD present high prevalence among general populations and workers with important individual and social consequences. This cross-sectional and descriptive study explores the relationship between psychological job demands, job control degree and job support and prevalence of CMD among primary health care workers of Botucatu - SP. The data collection was carried out using an unidentified self-administered questionnaire, with emphasis on items relating to demand-control-support situation and occurrence of CMD (Self Reporting Questionnaire, SRQ-20. The data were stored using the software Excel / Office XP 2003, and the statistical analyses were performed in

  18. Histórias de Sucesso de Profissionais da Saúde no Tratamento dos Transtornos Alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    Full Text Available O objetivo deste artigo é descrever as histórias de sucesso de profissionais de saúde no atendimento de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares, entendendo que essas narrativas criam contraponto aos sentidos mais amplamente propagados na literatura da área que qualificam negativamente esse relacionamento. Participaram seis profissionais de um serviço de assistência ambulatorial em anorexia e bulimia de um hospital-escola. As entrevistas abertas foram analisadas a partir do discurso construcionista social. Os sentidos realçados abordam a ressignificação do paciente considerado difícil, importância do foco na relação profissional-paciente e não nos sintomas dos transtornos, aprendizado do profissional com o paciente, proximidade afetiva nessa relação, busca de alternativas para o embate de verdades entre profissional e paciente, e a psicoterapia para o profissional como abertura para autoreflexividade no atendimento ao paciente. Esses sentidos convidam à transformação do que vai ser considerado melhora e como o profissional participa do seu alcance.

  19. Manifestações precoces dos transtornos do comportamento na criança e no adolescente Early manifestations of behavioral disorders in children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio Grillo

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisão sobre o diagnóstico precoce dos principais transtornos do comportamento na criança e no adolescente, fornecendo informações práticas relativas às primeiras manifestações clínicas e à importância do diagnóstico precoce. FONTES DOS DADOS: Revisão narrativa, com levantamento na PubMed das publicações que contêm aspectos do diagnóstico precoce, especialmente na última década. SÍNTESE DOS DADOS: Os pediatras devem estar preparados e atentos para detectar precocemente um transtorno do comportamento, já que, em alguns desses transtornos, intervenções precoces podem melhorar a evolução. Além disso, essas intervenções podem levar ao diagnóstico de doenças de herança mendeliana, passíveis de aconselhamento genético. São enfocadas as manifestações precoces dos transtornos invasivos do desenvolvimento, do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, do transtorno de ansiedade de separação, do transtorno de ansiedade generalizada, da depressão, da esquizofrenia, dos principais transtornos alimentares da criança maior ou adolescente (anorexia nervosa e bulimia nervosa e do uso e abuso de substâncias. CONCLUSÕES: As manifestações precoces dos principais transtornos do comportamento na criança e no adolescente podem ser observadas antes da idade na qual o diagnóstico tem sido habitualmente estabelecido. O diagnóstico precoce implica intervenções precoces e orientação dos pais a respeito do prognóstico ou, em algumas situações, aconselhamento genético. A comorbidade entre esses transtornos é muito freqüente, e a manifestação de uma delas pode ser a pista para o diagnóstico de outra.OBJECTIVE: To discuss the early diagnosis of behavioral disorders in childhood and adolescence and to provide the pediatrician with practical knowledge about the first symptoms of the main behavioral disorders at this age. SOURCES OF DATA: PubMed (emphasis on the past decade. SUMMARY OF THE FINDINGS

  20. Concession of sickness benefit to social security beneficiaries due to mental disorders Chance de deferimento de requerimentos de auxílio-doença a segurados do Instituto Nacional do Seguro Social com transtornos mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Kelmer Siano

    2011-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Assess the odds of having an initial claim for statutory sickness benefit awarded (ascribed to mental disorder as the main registered diagnosis, in relation to institutional, clinical, sociodemographic and welfare factors in Juiz de Fora-MG, Brazil. METHOD: Two models of logistic regression, taking into account the categories of the medical examiners, were built with the aim of characterizing the relative weight of several variables affecting the medical conclusion. RESULTS: The factors more strongly related to an award of benefit were claimants assessed by a physician without a specialization in psychiatry; with a diagnosis of psychosis; up to 29 years of age; with other non-psychiatric (musculoskeletal and cardiovascular co-morbidities; registered with the national insurance system as employed; and male. DISCUSSION: In both models, examiners with a specialization in psychiatry were associated with a lower likelihood of award of benefit. This suggests that examinations undertaken by doctors having a specialty related to the diagnosis supporting the sickness benefit claim are stricter than those undertaken by non-specialists. CONCLUSION: The results suggest that benefit award odds were associated with the specialty of the examiner, medical diagnosis, age, gender and claimant category.OBJETIVO: Avaliar a chance de deferimento em relação a fatores institucionais, clínicos, sociodemográficos e previdenciários em exames periciais iniciais de requerentes de auxílio-doença com registro de algum transtorno mental como diagnóstico principal em Juiz de Fora-MG. MÉTODO: Considerando as categorias de peritos médicos avaliadores, foram construídos dois modelos de regressão logística buscando caracterizar o peso relativo de diversas variáveis sobre a conclusão médico-pericial. RESULTADOS: Os fatores que se mostraram fortemente associados a maior chance de deferimento foram: segurado avaliado por perito médico sem especialidade em

  1. Concession of sickness benefit to social security beneficiaries due to mental disorders Chance de deferimento de requerimentos de auxílio-doença a segurados do Instituto Nacional do Seguro Social com transtornos mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Kelmer Siano

    2011-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Assess the odds of having an initial claim for statutory sickness benefit awarded (ascribed to mental disorder as the main registered diagnosis, in relation to institutional, clinical, sociodemographic and welfare factors in Juiz de Fora-MG, Brazil. METHOD: Two models of logistic regression, taking into account the categories of the medical examiners, were built with the aim of characterizing the relative weight of several variables affecting the medical conclusion. RESULTS: The factors more strongly related to an award of benefit were a claimant assessed by a physician without a specialization in psychiatry; with a diagnosis of psychosis; up to 29 years of age; with other non-psychiatric (musculoskeletal and cardiovascular co-morbidities; registered with the national insurance system as employed; and male. DISCUSSION: In both models, examiners with a specialization in psychiatry were associated with a lower likelihood of award of benefit. This suggests that examinations undertaken by doctors having a specialty related to the diagnosis supporting the sickness benefit claim are stricter than those undertaken by non-specialists. CONCLUSION: The results suggest that benefit award odds were associated with the specialty of the examiner, medical diagnosis, age, gender and claimant category.OBJETIVO: Avaliar a chance de deferimento em relação a fatores institucionais, clínicos, sociodemográficos e previdenciários em exames periciais iniciais de requerentes de auxílio-doença com registro de algum transtorno mental como diagnóstico principal em Juiz de Fora-MG. MÉTODO: Considerando as categorias de peritos médicos avaliadores, foram construídos dois modelos de regressão logística buscando caracterizar o peso relativo de diversas variáveis sobre a conclusão médico-pericial. RESULTADOS: Os fatores que se mostraram fortemente associados a maior chance de deferimento foram: segurado avaliado por perito médico sem especialidade em

  2. Transtornos do humor em crianças e adolescentes: atualização para pediatras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos de Farias

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Revisar aspectos epidemiológicos e etiológicos do diagnóstico e tratamento dos transtornos do humor em crianças e adolescentes, com foco em conteúdos essenciais para médicos pediatras. FONTES DOS DADOS: Revisão da literatura no banco de dados da MEDLINE. Utilização das recomendações da quarta edição do texto revisado do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais da Associação Americana de Psiquiatria. Análise crítica dos atuais critérios diagnósticos e teorias científicas sobre etiologia dos transtornos do humor. SÍNTESE DOS DADOS: Foram identificadas opiniões discordantes e congruentes sobre a efetividade de se utilizar os mesmos critérios atualmente listados no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais para diagnóstico de transtornos do humor em adultos, adolescentes e crianças. Embora esse tópico tenha sido muito debatido na literatura dos últimos 10 anos, a percepção é de que uma porcentagem significativa de casos continuam sendo subdiagnosticados devido à utilização dos mesmos critérios independente da faixa etária. Os diversos estudos epidemiológicos realizados na população infantil fundamentam-se nesses critérios para cálculos de prevalência, o que tornam duvidosos os números atualmente publicados. Embora a neurociência tenha alcançado grandes avanços no conhecimento dessas patologias, ainda é necessário um melhor entendimento sobre como os fatores genéticos e ambientais interagem e influenciam a origem, gravidade e resposta ao tratamento. CONCLUSÕES: Os transtornos do humor são patologias de alta prevalência na infância e adolescência, com grande impacto na vida dos portadores no longo prazo. Constatamos a necessidade de aprimorar os critérios diagnósticos, adequando-os à população infantil, com objetivo de facilitar ao clínico, particularmente ao pediatra, diagnóstico e intervenção precoce. Avanços na área de epigenética podem

  3. Transtorno bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alda Martin

    1999-01-01

    Full Text Available Os resultados de estudos de famílias sugerem que o transtorno bipolar tenha uma base genética. Essa hipótese foi reforçada em estudos de adoção e de gêmeos. A herança do transtorno bipolar é complexa, envolve vários genes, além de apresentar heterogeneidade e interação entre fatores genéticos e não-genéticos. Achados, que já foram replicados, já implicaram os cromossomos 4, 12, 18 e 21, entre outros, na busca por genes de suscetibilidade. Os resultados mais promissores foram obtidos através de estudos de ligação. Por outro lado, os estudos de associação geraram dados interessantes, mas ainda vagos. Os estudos de populações de pacientes homogêneos e a melhor definição do fenótipo deverão contribuir para avanços futuros. A identificação dos genes relacionados ao transtorno bipolar irá permitir o melhor entendimento e tratamento dessa doença.

  4. Atitudes de empresários do Sul do Brasil em relação aos portadores de doenças mentais Businessmen attitudes regarding mental disodered individuals in the South of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalnei Minuzzi Delevati

    2008-01-01

    Full Text Available O trabalho é reconhecidamente importante veículo de inclusão social e exercício de cidadania. Entretanto, poucas oportunidades são oferecidas àqueles portadores de transtornos mentais. OBJETIVO: Este estudo objetivou conhecer as atitudes de empresários, em relação aos portadores de transtornos mentais, filiados ao Centro Empresarial, em uma cidade do Rio Grande do Sul, Brasil (n = 536. MÉTODO: Delineamento transversal censitário. Foram estudadas as variáveis sociodemográficas e as atitudes diante dos portadores de transtornos mentais. Como instrumento de medida, foi utilizado questionário, anônimo, auto-aplicado, e a escala de atitudes e opiniões sobre a doença mental (ODM. Na análise dos dados foi utilizada estatística descritiva e ANOVA. RESULTADOS: Encontrou-se que 89,7% dos empresários denotam atitudes que caracterizam idéias protecionistas; 75,5% acreditam na irrecuperabilidade e na periculosidade dessas pessoas e 73,2% manifestaram-se favoráveis à restrição social dos que sofrem de transtorno mental grave. CONCLUSÃO: Para efetiva reabilitação psicossocial do portador de transtorno mental, há necessidade de campanhas educativas com o intuito de sensibilizar os empresários para a inclusão laboral dessa população.It is recognized that work is an important vehicle of social inclusion and for the exercise of citizenship. However, there are few opportunities for people with mental disorders. OBJECTIVE: This study aimed to find out businessmen's attitudes to mental disorders. These businessmen are members of a Business Center in a town in Rio Grande do Sul, Brazil (n=536. METHOD: A cross-sectional census study. Sociodemographic variables and attitudes towards mental disorders were study. The measurement instrument employed was an anonymous, self-administered questionnaire and the Attitudes and Opinions Mental Illness Scale (ODM. The data were analyzed using descriptive statistics and ANOVA. RESULTS: It was found

  5. Inserção social e habitação: modos dos portadores de transtornos mentais habitarem a vida na perspectiva psicanalítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Máris Campos Guerra

    2009-12-01

    Full Text Available Discutimos, pela psicanálise, a inserção do psicótico no campo do Outro, como hipótese para pensar suas soluções singulares de "habitação". Essa análise integra pesquisa multicêntrica e multidisciplinar, cujo propósito é avaliar como os portadores de sofrimento mental grave constituem sua habitação (habitus e inserção social a partir de elementos estruturais da moradia (abrigo, privacidade, segurança e conforto e de suporte social (rede social e de serviços, estando ou não inseridos em SRTs.

  6. COMO EVOLUEM OS MODELOS MENTAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Tarciso Borges

    Full Text Available Resumo: Após revisão da literatura onde se define o conceito de modelo mental, apresentamos resultados de estudo sobre os modelos mentais de eletricidade, magnetismo e eletromagnetismo de seis grupos de indivíduos. Entre estudantes e profissionais com experiências de escolarização diversificadas, foram entrevistadas 56 pessoas. As entrevistas ocorreram enquanto se realizaram experimentos com imãs, eletroímãs e circuitos elétricos simples. Foram identificados quatro modelos de eletricidade, cinco de magnetismo e três para explicar o magnetismo no eletroímã. Apresentamos os dados desse estudo centrando atenção na evolução dos modelos identificados. Em nossa análise, destacamos quais aspectos dos modelos sofrem mudanças significativas à medida que os sujeitos ganham maior compreensão conceituai e experiência com os fenômenos estudados.

  7. Dinâmica não-linear e psiquiatria: a natureza dinâmica das doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Portela Câmara

    2008-03-01

    Full Text Available A psiquiatria moderna adotou a postura reducionista de associar psicopatologia à fisiologia sináptica. Isto produziu avanços importantes na farmacoterapia dos transtornos mentais. Entretanto, a introdução de princípios da dinâmica não-linear promoveu uma mudança do enfoque sináptico para o enfoque das vias específicas patologicamente autônomas envolvidas nos fenômenos psicopatológicos. Esta tendência teve início nos anos 1990 e trouxe um conceito mais sistêmico de fisiopatologia e tratamento em psiquiatria.

  8. O mal-estar no jornalismo: uma reflexão sobre as doenças mentais no discurso da Folha de S. Paulo a partir dos teóricos frankfurtianos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cristina Ayres Gomes

    2015-08-01

    Full Text Available O artigo analisa a representação dos transtornos psiquiátricos no jornal Folha de S. Paulo. O corpus é constituído por 29 matérias do ano de 2011. O estudo toma por base a teoria crítica e a psicanálise que fundamentam a concepção frankfurtiana do modelo psíquico do homem liberal. O artigo aborda os autores Erick Fromm (1984, Max Horkheimer (1976; 1985, Theodor Adorno (1992, enfoca os conceitos de sociedade unidimensional de Herbert Marcuse (1973, e patologia da modernidade de Jürgen Habermas (FREITAG, 1995. A análise revela a predominância das depressões, pânico e toxicomanias.

  9. Saberes e práticas do agente comunitário de saúde no universo do transtorno mental Knowledge and practices of the community health agent in the universe of mental disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Maria Mont'Alverne de Barros

    2009-02-01

    Full Text Available Esta investigação, de natureza qualitativa, objetivou conhecer os saberes e práticas do agente comunitário de saúde no universo do transtorno mental. Foram entrevistados catorze agentes que atuam na Estratégia Saúde da Família de Sobral, Ceará. Inferimos que a construção dos conceitos acerca do transtorno mental é um processo influenciado por fatores subjetivos e socioculturais e vinculado à vivência de experiências concretas. Os agentes comunitários de saúde utilizam diferentes parâmetros para conceituar uma pessoa com transtornos mentais, como padrões de normalidade ou anormalidade do comportamento e capacidade de realizar julgamentos de fato. O isolamento social emergiu como importante fator, tendo sido relatado, pelos diferentes sujeitos da pesquisa, como causa, conseqüência e como o próprio transtorno mental. O medo, como conseqüência da estranheza causada pelo comportamento das pessoas com transtornos mentais, foi identificado como um importante entrave à atuação dos agentes comunitários de saúde. As estratégias adotadas por estes profissionais, pautadas fundamentalmente no diálogo, revelam a preocupação com a inserção social e com a necessidade de envolvimento das famílias no cuidado das pessoas com transtornos mentais.This qualitative investigation aimed at collecting information about the knowledge and practices of the community health agents related to the universe of mental disorders. Fourteen agents working in the Family Health Program in Sobral, Ceará were interviewed. We deduced that the concepts of mental disorder are constructed in a process influenced by subjective and socio-cultural aspects and in connection with concrete experiences. The community health agents judge mentally disturbed persons on the basis of different criteria such as normal or abnormal behavior standards and the capacity to make judgments. Social isolation emerged as an important factor, considered by the different

  10. Transtornos alimentares: o papel dos aspectos culturais no mundo contemporâneo Transtornos alimentarios: el papel de los aspectos culturales en el mundo contemporáneo Eating disorders: the role of cultural aspects in the contemporary world

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Langlois Oliveira

    2010-09-01

    Full Text Available Os transtornos alimentares são patologias caracterizadas primordialmente pelo medo mórbido de engordar. Vários são os fatores envolvidos tanto na etiologia quanto na manutenção e na gravidade dessas doenças, principalmente fatores individuais, familiares e culturais. Em relação a estes últimos, salienta-se o papel dos aspectos históricos, estéticos, midiáticos, transculturais, socioeconômicos, raciais e de gênero. Pesquisas atuais realizadas em diversas culturas demonstram a existência de uma relação entre esses fatores e os índices de anorexia nervosa e bulimia nervosa. A busca por um padrão estético globalizado (magreza, segundo a literatura, tem um papel central no aumento do número de casos. O objetivo deste artigo é apresentar uma discussão teórica acerca dos aspectos culturais envolvidos no aumento do número de casos de transtornos alimentares. Este trabalho pretende também destacar a necessidade de que profissionais de diversas áreas estejam atentos para os perigos do padrão de beleza atual, a fim de potencializar intervenções preventivas.Los transtornos alimentarios son patologías caracterizadas primordialmente por el miedo mórbido de engordar. Varios son los factores involucrados ya sea en la etiología cuanto en la manutención y en la gravedad de esas enfermidades: individuales, familiares y culturales. Con relación a esos últimos, se resalta el papel de los aspectos históricos, estéticos, midiáticos, transculturales, socio económicos, raciales y de género. Investigaciones actuales realizadas en diferentes culturas muestran la existencia de una relación entre esos factores y los índices de anorexia nervosa y bulimia nervosa. El objetivo de ese artículo es presentar una discusión a cerca de los aspectos culturales involucrados en el aumento del número de casos de transtornos alimentarios. Ese trabajo pretende también destacar la necesidad de que profesionistas de diversas áreas estean

  11. Transtornos mentais comuns e uso de psicofármacos: impacto das condições socioeconômicas Trastornos mentales comunes y uso de psicofármacos: impacto de las condiciones socioeconómicas Common mental disorders and the use of psychoactive drugs: the impact of socioeconomic conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Pereira Lima

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência das condições socioeconômicas na associação entre transtornos mentais comuns, uso de serviços de saúde e de psicofármacos. MÉTODOS: Estudo transversal populacional conduzido na cidade de Botucatu, SP, com amostragem probabilística, estratificada e por conglomerados. Foram realizadas entrevistas domiciliares com 1.023 sujeitos de 15 anos ou mais de idade, entre 2001 e 2002. Transtorno mental comum foi avaliado utilizando o Self Reporting Questionnaire (SRQ-20. O uso de serviços foi investigado com relação à quinzena anterior à entrevista e uso de psicotrópicos, nos três dias anteriores. Utilizou-se regressão logística para análise multivariável, considerando o efeito do desenho. RESULTADOS: No total da amostra, 13,4% (IC 95%: 10,7;16,0 procuraram serviços de saúde na quinzena anterior à entrevista. A procura de serviços de saúde se associou ao sexo feminino (OR=2,0 e à presença de transtorno mental comum (OR=2,2. Na amostra 13,3% (IC 95%: 9,2;17,5 referiram ter usado ao menos um psicotrópico, destacando-se os antidepressivos (5,0% e os benzodiazepínicos (3,1%. Na análise multivariável, sexo feminino e presença de transtorno mental comum mantiveram-se associados ao uso de benzodiazepínicos. Renda per capita mostrou-se direta e independentemente associada ao uso de psicofármacos, conforme aumento da renda. CONCLUSÕES: Menor renda associou-se à presença de transtorno mental comum, mas não ao uso de psicotrópicos. A associação entre transtorno mental comum e uso de psicotrópicos e maior renda reforça a hipótese da existência de iniqüidades no acesso à assistência médica na população estudada.OBJETIVO: Evaluar la influencia de las condiciones socioeconómicas en la asociación entre trastornos mentales comunes, uso de servicios de salud y de psicofármacos. MÉTODOS: Estudio transversal poblacional realizado en la ciudad de Botucatu, (Sudeste de Brasil, con muestreo

  12. Fatores estruturais e as práticas de autoatenção das famílias com parentes com transtornos mentais: Contexto Kaiowá e Guarani do Mato Grosso do Sul , Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio de Carvalho SILVA

    2013-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados da pesquisa sobre as percepções e práticas de autoatenção dos índios Kaiowá e Guarani de Mato Grosso do Sul no que se refere aos parentes de indivíduos engajados em um processo clínico e diagnosticados como sofrendo de psicopatologia crônica. As famílias reconhecem sua responsabilidade moral de cuidar de seus parentes, porém fatores estruturais exercem uma influência forte sobre o tipo de cuidado que elas podem oferecer. Enquanto algumas delas conseguem acompanhar e gerenciar os cuidados necessários para manter a estabilidade do estado do doente, outros enfrentam dificuldades para operacionalizar sua responsabilidade de cuidar. Observamos que as práticas de autoatenção oferecidas pelas famílias são relacionadas com diversos fatores, tais como coesão familiar, situação financeira, gênero do doente e julgamento moral sobre sua conduta. Estas fatores são consequências dos processos históricos e econômicos que impactam no sistema de organização social tradicional baseado em reciprocidade. As dificuldades das famílias nem sempre são reconhecidas pelos os profissionais de saúde, no anseio de que a família acolha e cuide do seu doente.

  13. Qualidade de vida no Transtorno Obsessivo-Compulsivo: um estudo com usuários da Atenção Básica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Coelho Scholl

    Full Text Available Resumo A qualidade de vida (QV pode ser afetada pela presença de transtornos mentais, como o Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC. Assim, a avaliação e o acompanhamento dos índices de QV em pacientes com transtornos mentais permite a identificação de suas prioridades, sendo possível a implementação de ações para a melhora desses índices nos usuários do sistema de saúde. O objetivo deste artigo é avaliar a QV em portadores de TOC usuários da atenção primária à saúde. Estudo transversal com amostragem por conveniência, incluindo todos os usuários de três Unidades Básicas de Saúde de Pelotas, RS. Para avaliar a QV foi utilizada a WHOQOL–Bref, e o TOC foi avaliado através da M.I.N.I. Foram avaliados 1081 indivíduos. A prevalência de TOC foi de 3,9%. Portadores de TOC apresentaram médias inferiores em todos os domínios da QV quando comparados aos indivíduos sem TOC (p < 0,001. Os achados deste estudo enfatizam a importância de utilizar a QV como instrumento de monitoramento da melhora do transtorno no âmbito da atenção básica à saúde.

  14. Epidemiologia, curso e evolução dos transtornos alimentares Epidemiology, course and evolution of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Pinzon

    2004-01-01

    Full Text Available Os transtornos alimentares costumam afetar mulheres jovens e ter curso crônico, variável e com alto grau de morbidade e mortalidade. Este artigo visa a apresentar os dados que suportam tais impressões clínicas.Eating disorders use to affect young women and have a chronic and variable course, with high levels of morbidity and mortality. The objective of this article is to demonstrate the epidemiological findings that support such clinical impressions.

  15. What pharmacology teaches us about the pathophysiology of obsessive-compulsive disorder O que a farmacologia ensina sobre a fisiopatologia dos transtornos obsessivo-compulsivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Donatella Marazziti

    2000-12-01

    Full Text Available Once considered rare and resistant to treatments, obsessive-compulsive disorders (OCD has now emerged as one the most common psychiatric conditions, with a lifetime prevalence of about 2.5 %, and as a major cause of long-term disability to patients and their families. The treatment of OCD has changed dramatically over the last decade following the introduction of selective serotonin (5-HT reuptake inhibitors (SSRIs, such as fluoxetine, fluvoxamine, paroxetine, sertraline, citalopram, which provide symptom remission in about 60% of the patients. OCD is unique in the response to serotonergic agents and it has been clearly demonstrated that non-serotonergic antidepressants such as desipramine have no effect. The specific response of OCD patients to SSRIs has emphasized the possible role of the main target of these drugs, namely the 5-HT system, in the pathophysiology of the disorder. If the role of 5-HT in OCD is not questionable, future studies should be directed towards the elucidation of the 5-HT receptor subtypes involved, of the second messengers transducing the signal, as well as of the interactions between 5-HT and the other neurotransmitters.Antes considerado de ocorrência rara e resistente ao tratamento, o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC é atualmente um dos problemas mais comuns em psiquiatria, com uma prevalência de cerca de 2,5%, e uma das principais causas de incapacidade a longo prazo tanto para pacientes como para suas famílias. Na última década, o tratamento do TOC conheceu mudanças drásticas com a introdução dos inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS, tais como fluoxetina, fluvoxamina, paroxetina, sertralina e citalopram, que proporcionam remissão dos sintomas em cerca de 60% dos pacientes. O TOC responde de forma singular aos agentes serotoninérgicos, mas tal efeito não ocorre quando são usados antidepressivos não-serotoninérgicos, como a desipramina, como foi bem demonstrado. A resposta espec

  16. Neuropsicologia dos transtornos alimentares: revisão sistemática da literatura Neuropsychology of eating disorders: a systematic review of the literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Duchesne

    2004-06-01

    Full Text Available ANTECEDENTES: A etiologia dos transtornos alimentares (TA ainda não se encontra estabelecida. Dentre os diversos fatores envolvidos, a hipótese de uma disfunção do sistema nervoso central tem sido explorada de diversas maneiras. Assim, a avaliação neuropsicológica de pacientes com TA tem por finalidade investigar a ocorrência de déficits cognitivos associados a estas patologias. OBJETIVOS: O objetivo deste artigo é avaliar o estado atual das investigações sobre a avaliação neuropsicológica em pacientes com TA. MÉTODOS: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica - utilizando as seguintes bases de dados como estratégias de procura: MedLINE, PsychoINFO, LILACS e Cochrane Data Bank -, procurando artigos relacionados ao tema e publicados até o ano de 2004. RESULTADOS: A anorexia nervosa é o transtorno alimentar que conta com mais estudos neuropsicológicos e, de uma forma geral, os resultados apontam para déficits de atenção, déficits viso-espaciais e de viso-construção. Na bulimia nervosa, as alterações mais encontradas são déficits de atenção seletiva e das funções executivas. O transtorno da compulsão alimentar periódica ainda não conta com estudos neuropsicológicos até o momento. Após um tratamento bem-sucedido do transtorno alimentar, embora haja uma diminuição dos déficits cognitivos, algumas alterações cognitivas parecem persistir. CONCLUSÕES: Os transtornos alimentares parecem estar associados a algum grau de disfunção neuropsicológica, muito embora as funções específicas que se apresentam deficitárias variem entre os estudos encontrados, talvez em decorrência de variações metodológicas. O fato de que, após o tratamento, alguns pacientes apresentem uma melhora no funcionamento cognitivo poderia indicar que, em alguns casos, os déficits seriam funcionais. A ausência de melhora no funcionamento cognitivo de alguns pacientes, após diversas formas de intervenção, pode sugerir que estes

  17. Impacto do DSM-5 no diagnóstico de transtornos de aprendizagem em crianças e adolescentes com TDAH: um estudo de prevalência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Vargas Dorneles

    2014-12-01

    Full Text Available Estudos de prevalência de Transtornos de Aprendizagem (TA em crianças e adolescentes com TDAH apresentam resultados não conclusivos, apesar da frequente comorbidade entre as síndromes. Esse artigo descreve e analisa a prevalência de TA em uma amostra referida de 270 crianças e adolescentes com TDAH atendidas no Programa de Transtornos de Déficit de Atenção/Hiperatividade/Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ProDAH/HCPA-UFRGS, de acordo com os critérios diagnósticos do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV - versão revisada (DSM-IV-TR. Verificou-se que 46,7% dos estudantes apresentam, pelo menos, um TA, sendo o Transtorno da Expressão Escrita o mais frequente (32,6%. Discutiu-se o potencial impacto das mudanças nos critérios diagnósticos para os TA, propostas pelo DSM-5 na prevalência desses transtornos. Embora seja possível afirmar que ocorrerão alterações nas taxas de prevalência de TA, o impacto do DSM-5 sobre a prevalência, especificidade e comorbidade do TA permanece incerto, já que há mudanças que ampliarão a abrangência dos critérios de inclusão e outras que a reduzirão.

  18. Transtorno da Acumulação: características clínicas e epidemiológicas

    OpenAIRE

    Schmidt, Diego Rafael; Della Méa, Cristina Pilla; Fortes Wagner, Marcia

    2014-01-01

    O Transtorno da Acumulação (TA) caracteriza-se pela aquisição compulsiva de objetos desnecessários, desorganização e dificuldade em desfazer-se das posses. Nas edições anteriores do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM), não existia um diagnóstico específico para sujeitos com esses sintomas, sendo normalmente classificados com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) e Transtorno da Personalidade Obsessivo-Compulsiva (TPOC). Este trabalho consiste em uma revisão bibliográ...

  19. Avaliação dos transtornos mentais comuns em mulheres com síndrome dos ovários policísticos e sua relação com o índice de massa corporal

    OpenAIRE

    Rodrigues, Cristine Eliane Gomes; Ferreira, Luana de Lima; Jansen, Karen; Lopez, Mariane Ricardo Acosta; Drews Júnior, Cláudio Raul; Souza, Luciano Dias de Mattos

    2012-01-01

    PURPOSE: To evaluate the prevalence of common mental disorders in women diagnosed with polycystic ovary syndrome as compared with paired controls without this syndrome. METHODS: Cross-sectional study with a Control Group examining women between the ages of 18 and 30 who did not use antidepressants and who sought the Gynecology Service of the researched sites. For every woman diagnosed with the polycystic ovary syndrome, another with the same age, educational status and presence or absence of ...

  20. Pathophysiology of mood disorders in temporal lobe epilepsy Fisiopatologia dos transtornos de humor na epilepsia do lobo temporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmyla Kandratavicius

    2012-10-01

    nossa compreensão sobre a associação entre ELT e transtornos de humor. CONCLUSÕES: A ELT e os sintomas psiquiátricos coexistem numa frequência muito maior do que o acaso poderia sugerir. Alterações e desregulação de redes anatômicas essenciais, além de mudanças plásticas aberrantes ou deficientes, podem predispor o cérebro de pacientes com ELT a transtornos de humor. Estudos experimentais e clínicos sobre o efeito das crises no comportamento e nos padrões eletrofisiológicos podem oferecer um modelo de como as crises límbicas aumentam a vulnerabilidade a sintomas psiquiátricos em pacientes com ELT.

  1. O nexo causal entre transtorno de estresse pós-traumático e trabalho: controvérsias acerca do laudo de uma perícia judicial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Carrusca Vieira

    Full Text Available O estabelecimento do nexo causal entre trabalho e distúrbio mental tem ocupado um lugar central nos debates teóricos e se configura como uma questão bastante polêmica, centro de controvérsias no campo de estudos da Saúde Mental e Trabalho. Neste artigo, analisamos o laudo emitido por uma perita judicial e o parecer dos peritos assistentes acerca das condições de saúde de um trabalhador da vigilância bancária no âmbito de uma ação indenizatória por danos morais movida por ele, que tramitou na Justiça do Trabalho de Minas Gerais. Os peritos concluíram não haver um nexo causal entre os distúrbios mentais apresentados pelo vigilante e a sua ex-atividade, fato que embasou a sentença proferida pelo magistrado, desfavorável ao trabalhador. Entretanto, apresentamos, em relação a este caso, evidências de que as experiências de trabalho deveriam ter sido consideradas como um fator determinante no surgimento do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT do qual o vigilante foi vítima. Ao final deste artigo, refletimos sobre a importância de se ampliar a análise diagnóstica no caso de trabalhadores acometidos por transtornos mentais.

  2. Sobrecarga dos cuidadores de crianças ou adolescentes que sofrem transtorno mental no município de Maringá - Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Aparecida Buriola

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Identificar a sobrecarga do cuidador de criança ou adolescente com transtorno mental. Métodos: Estudo transversal, descritivo, exploratório, quantitativo, realizado com 82 cuidadores/familiares de crianças e adolescentes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial infantil do município de Maringá, Paraná, Brasil. A coleta foi de dezembro de 2012 a julho de 2013, utilizando-se a Escala de Sobrecarga dos Familiares de Pacientes Psiquiátricos e um questionário sócio-demográfico. Resultados: Identificou-se sobrecarga objetiva elevada quanto à assistência em atividades da vida cotidiana, como supervisão na tomada de medicamentos, e sobrecarga subjetiva alta decorrente do convívio com comportamentos problemáticos. Conclusão: Nesse contexto é imprescindível vincular a família nas ações de cuidado prestadas nos serviços de saúde, sendo necessário que os profissionais atuem potencializando pontos positivos da convivência da família com essas crianças e adolescentes, sanando dúvidas e sendo o suporte da família para as dificuldades que surgem no convívio.

  3. The involvement of the orbitofrontal cortex in psychiatric disorders: an update of neuroimaging findings O envolvimento do cortex orbitofrontal em transtornos psiquiátricos: uma atualização dos achados de neuroimagens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Parolin Jackowski

    2012-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To report structural and functional neuroimaging studies exploring the potential role of the orbitofrontal cortex (OFC in the pathophysiology of the most prevalent psychiatric disorders (PD. METHOD: A non-systematic literature review was conducted by means of MEDLINE using the following terms as parameters: "orbitofrontal cortex", "schizophrenia", "bipolar disorder", "major depression", "anxiety disorders", "personality disorders" and "drug addiction". The electronic search was done up to July 2011. DISCUSSION: Structural and functional OFC abnormalities have been reported in many PD, namely schizophrenia, mood disorders, anxiety disorders, personality disorders and drug addiction. Structural magnetic resonance imaging studies have reported reduced OFC volume in patients with schizophrenia, mood disorders, PTSD, panic disorder, cluster B personality disorders and drug addiction. Furthermore, functional magnetic resonance imaging studies using cognitive paradigms have shown impaired OFC activity in all PD listed above. CONCLUSION: Neuroimaging studies have observed an important OFC involvement in a number of PD. However, future studies are clearly needed to characterize the specific role of OFC on each PD as well as understanding its role in both normal and pathological behavior, mood regulation and cognitive functioning.OBJETIVO: Relatar estudos de neuroimagens estruturais e funcionais explorando o papel potencial do córtex orbitofrontal (COF na fisiopatologia dos transtornos psiquiátricos (TP mais prevalentes. MÉTODO: Foi realizada uma revisão não sistemática da literatura no MEDLINE, usando como parâmetros os seguintes termos: "córtex orbitofrontal", "esquizofrenia", "transtorno bipolar", "depressão maior", "transtornos ansiosos", "transtornos de personalidade" e "dependência a drogas". A pesquisa eletrônica foi feita até julho de 2011. DISCUSSÃO: Foram relatadas anormalidades estruturais e funcionais do COF em muitos

  4. Hospitalização integral para tratamento dos transtornos alimentares: a experiência de um serviço especializado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Fernanda Muniz Palma

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características da hospitalização integral para o tratamento de transtornos alimentares em um serviço especializado de Ribeirão Preto, SP. MÉTODOS: Foram revisados todos os prontuários dos pacientes em seguimento pelo serviço, de 1982 até 2011, especialmente aqueles que tiveram indicação de internação integral. Foram coletados dados sociodemográficos e referentes ao diagnóstico. RESULTADOS: No período referido, 186 pacientes receberam atendimento pelo serviço e, desses, 44,6% (n = 83 foram internados para tratamento. Ao longo do tempo, houve redução na relação atendimento/internação, passando de 77,7% para 36,2% dos casos. A média de internações foi de 1,9 ± 3,9 vezes, e 73,5% (n = 61 dos pacientes foram hospitalizados apenas uma vez. A duração média da internação, independentemente do número de hospitalizações, foi de 70,6 ± 115,9 dias (variação de 3 a 804 dias. A predominância foi do sexo feminino, raça branca, solteira, sem filhos e com idade média de 23,3 ± 10,8 anos. O diagnóstico predominante foi de anorexia nervosa (85,5%, sobretudo em seu tipo restritivo (54,2%. As indicações mais frequentes para internação foram para realização de terapia nutricional (50,9%, seguida da investigação do quadro clínico (30,1% e por causa de depressão e/ou ideação suicida (10,9%. CONCLUSÃO: A hospitalização integral é uma modalidade terapêutica necessária para o tratamento desses quadros, e sua frequência foi considerada significativa, porém diminuiu ao longo do tempo. Esse resultado pode ser explicado pela tendência de desospitalização a partir da reforma psiquiátrica, do diagnóstico e tratamento mais precoces e da experiência adquirida pelos profissionais do serviço ao longo dos anos.

  5. Impacto dos transtornos depressivos e ansiosos sobre as manifestações da menopausa Impact of depressive and anxiety disorders over menopause manifestations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andre Barciela Veras

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar, pela primeira vez, em uma amostra ambulatorial brasileira, o impacto dos diagnósticos psiquiátricos sobre os sintomas da menopausa presentes no índice de menopausa de Blatt-Kupperman (B-K. MÉTODOS: Avaliamos consecutivamente, através do instrumento diagnóstico estruturado MINI 4.4 e da entrevista psiquiátrica tradicional, mulheres (n = 86 em atendimento no ambulatório de menopausa do Instituto de Ginecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. As pacientes incluídas no estudo (n = 48 foram avaliadas pela escala B-K até 6 meses antes ou depois da entrevista pelo MINI e divididas em dois grupos: o grupo com algum transtorno depressivo-ansioso (GTDA (n = 26 e o grupo-controle (GC (n = 22. RESULTADOS: O GTDA apresentou uma pontuação significativamente maior do que o GC na escala de B-K (22,6 versus 13,7. Entre os sintomas significativamente mais intensos no GTDA estão parestesia e melancolia. Além disso, observamos que as pacientes do GTDA queixavam-se de um maior número de sintomas do que as pacientes do GC (6,8 vs. 4,8. Entre os sintomas significativamente mais relatados no GTDA, estão parestesia, fraqueza e melancolia. CONCLUSÃO: Apesar da limitação da pequena amostra, pudemos observar o significativo viés dos transtornos depressivos e ansiosos sobre as pacientes em tratamento por queixas referentes à menopausa. Por esse motivo, o perfil sintomático de cada paciente deve ser sempre observado, evitando o ginecologista basear-se na intensidade global dos sintomas do B-K para decidir sobre o tratamento.OBJECTIVE: To establish for the first time in a Brazilian outpatient sample the impact of depressive and anxiety disorders over the symptoms of the Blatt-Kupperman menopausal index (B-K. METHODS: Women (n = 86 receiving care in the menopause clinic at Instituto de Ginecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro were consecutively assessed using a structured diagnostic instrument (MINI 4.4 and a

  6. Estudo epidemiológico dos sintomas do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e transtornos de comportamento em escolares da rede pública de Florianópolis usando a EDAH Epidemiological study on symptoms of Attention Deficit/Hyperactivity Disorder and Behavior Disorders in public schools of Florianopolis/SC using the EDAH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lisiane Schilling Poeta

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O transtorno do déficit de atenção/hiperatividade (TDAH é uma patologia caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade. Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo epidemiológico dos sintomas do transtorno do déficit de atenção e do transtorno de conduta em escolares da rede pública de Florianópolis usando a Escala para la evaluación del trastorno por déficit de atención con hiperatividad (EDAH. MÉTODOS: Fizeram parte do estudo 1.898 escolares (1.001 do sexo masculino e 897 do sexo feminino, matriculados em cinco escolas da rede pública de Florianópolis, de 1ª a 4ª série do ensino fundamental, com idades entre 6 e 12 anos. O instrumento utilizado foi a Escala de Farré e Narbona, preenchida pelos professores e pais, que classifica a criança com o predomínio dos sintomas de hiperatividade, déficit de atenção, transtorno de conduta,hiperatividade com déficit de atenção e TDAH associado com transtorno de conduta (global. RESULTADOS: Dentre os 1.898 escolares, 95 (5% apresentaram os sintomas do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade associado ao transtorno de conduta. Em relação ao sexo, a freqüência foi maior nos meninos, na proporção de 3:1. CONCLUSÃO: Os dados encontrados nesta pesquisa corroboram os da literatura. A distribuição dos subtipos do TDAH por sexo é similar à informada na literatura.OBJECTIVE: attention deficit/hyperactivity disorder (ADHD is a pathology characterized by inattention, hyperactivity and impulsivity. The purpose of this article is to conduct an epidemiological study on symptoms of ADHA and behavior disorders in public schools of Florianopolis/SC. METHOD: The study involved 1.898 students (1.001 males and 897 females enrolled in five public schools of Florianópolis, from the 1st up to the 4th grades, aged 6 to 12. The instrument used was the EDAH, filled out by teachers and parents, which classifies children with predominance of the

  7. Significados dos episódios maníacos para pacientes com transtorno bipolar em remissão: um estudo qualitativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Pereira Bin

    2014-07-01

    Full Text Available Objetivo Discutir os significados da vivência de episódios maníacos para pacientes com transtorno bipolar (TAB. Métodos Trata-se de uma pesquisa qualitativa, feita por meio de entrevistas semidirigidas em profundidade, em uma amostra fechada pelo critério de saturação com oito pacientes com TAB em remissão. A técnica de tratamento de dados foi feita por meio da análise de conteúdo das entrevistas transcritas na íntegra e categorização. Os resultados foram submetidos à validação externa, no Laboratório de Pesquisa Clínico-Qualitativa do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Unicamp, composto por 37 pesquisadores do método, entre eles mestrandos, doutorandos, pós-doutorados e pesquisadores seniores. Resultados Foram identificadas três categorias – Ambivalência e vergonha: pensar ou não pensar sobre os episódios maníacos; Organizando sentimentos pessoais: a remissão como um momento de autoconsciência; Episódios maníacos estruturando relações interpessoais versus projeções da angústia. Conclusão Os achados da presente pesquisa contribuem para a maior compreensão dos quadros maníacos no TAB, que podem auxiliar nas reflexões acerca da relação profissional-paciente, para elaborar estratégias para aderência e para as medidas terapêuticas e preventivas da recorrência dos episódios. Podem auxiliar a equipe de saúde envolvida no acompanhamento desses casos e também os pesquisadores na investigação da contribuição dos significados aqui discutidos nos fenômenos de aderência ao tratamento e de um melhor prognóstico.

  8. Prevalence and clinical impact of eating disorders in bipolar patients Prevalência e impacto clínico dos transtornos alimentares sobre os pacientes bipolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Seixas

    2012-03-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To study the impact of eating disorders (EDs on the severity of bipolar disorder (BD. METHODS: The Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I (SCID-I, Young Mania Rating Scale (YMRS, Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D-17, Hamilton Anxiety Rating Scale (HAM-A, Global Assessment of Functioning (GAF, Clinical Global Impression (CGI, and the World Health Organization Quality of Life Assessment (WHOQOL-BREF were used. Clinical and sociodemographic data were also collected. RESULTS: Among the 356 bipolar patients included in this study, 19 (5.3% were also diagnosed with ED. Of these, 57.9% had bulimia nervosa (BN and 42.1% had anorexia nervosa (AN. Among ED patients, 94.7% were female. Bipolar patients with EDs presented with lower scores in the mental health domain of the WHOQOL-BREF, higher scores of depressive symptoms, and more psychiatric comorbidities. CONCLUSIONS: ED comorbidities imposed important negative outcomes in bipolar patients. This finding suggests that attention should be given to the presence of EDs in BD patients and that better treatments focused on this population should be developed.OBJETIVO: Estudar a influência dos transtornos alimentares (TA na gravidade do transtorno bipolar (TB. MÉTODOS: Foram utilizadas a Entrevista Clínica Estruturada para o Eixo I do DSM-IV (SCID-I, a Escala de Young para Avaliação da Mania (YMRS, a Escala de Hamilton para Avaliação da Depressão (HAM-D-17, a Escala de Hamilton para Avaliação da Ansiedade (HAM-A, a Avaliação do Funcionamento Global (GAF e a Escala Breve de Avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-BREF. Os dados clínicos e sociodemográficos também foram coletados. RESULTADOS: Entre os 355 pacientes com TB incluídos neste estudo, 19 (5,3% também foram diagnosticados como portadores de TA. Destes, 57,9% tinham bulimia nervosa (BN e 42,1% anorexia nervosa (AN. Dentre os pacientes com TA, 94,7% eram do gênero feminino

  9. Transtornos psiquiátricos no pós-parto Postpartum psychiatric disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury Cantilino

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O pós-parto é um período de alterações biológicas, psicológicas e sociais. Essa é considerada a época mais vulnerável para a ocorrência de transtornos psiquiátricos. A disforia puerperal, a depressão pós-parto e a psicose pós-parto têm sido classicamente relacionadas ao pós-parto. Atualmente, tem sido observado que os transtornos ansiosos também estão associados a esse período. MÉTODO: Neste artigo é feita uma revisão da bibliografia acerca de transtornos psiquiátricos no pós-parto a partir de artigos encontrados no PubMed e no SciELO entre os anos de 2000 e 2009. Livros, teses e outros artigos considerados relevantes citados no material consultado também foram incluídos. RESULTADOS: A disforia puerperal ocorre em 50% a 85% das mulheres, o quadro é leve e transitório e não requer tratamento. A depressão pós-parto tem prevalência em torno de 13%, pode causar repercussões negativas na interação mãe-bebê e em outros aspectos da vida da mulher e deve ser tratada. A psicose pós-parto é rara, aparecendo em cerca de 0,2% das puérperas. Tem quadro grave que envolve sintomas psicóticos e afetivos, havendo risco de suicídio e infanticídio e geralmente requerendo internação hospitalar. Os transtornos ansiosos podem ser exacerbados ou precipitados no pós-parto, especialmente o transtorno de ansiedade generalizada, o transtorno de estresse pós-traumático e o transtorno obsessivo-compulsivo. CONCLUSÃO: Apesar de não serem reconhecidos como entidades diagnósticas pelos sistemas classificatórios atuais, os transtornos mentais no puerpério apresentam peculiaridades clínicas que merecem atenção por parte de clínicos e pesquisadores.OBJECTIVE: The postpartum period is marked by biological, psychological and social changes. Women are considered most susceptible to psychiatric disorders during the postpartum period. Puerperal blues, postpartum depression and postpartum psychosis have been

  10. A síndrome de Charles Bonnet e o problema dos transtornos de percepção visual nos idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    German E. Berrios

    2011-09-01

    Full Text Available A literatura, clássica ou recente, sobre os transtornos de percepção nos idosos é revisada. A utilidade do conceito de Síndrome de Charles Bonnet, um epônimo originalmente proposto para descrever as alucinações visuais nos idosos na ausência de prejuízos cognitivos e de oftalmopatia periférica é contestada, principalmente devido à síndrome ter sido progressivamente ampliada. Descrevemos três casos representativos de pacientes idosos que desenvolveram diferentes tipos de transtornos de percepção visual. Propomos a condução de estudos sistemáticos da frequência de tais transtornos nos idosos e de quais outras patologias, particularmente cognitivas e visuais que possam estar associadas a eles.

  11. Instrument to screen cases of pervasive developmental disorder: a preliminary indication of validity Instrumento para rastreamento dos casos de transtorno invasivo do desenvolvimento: estudo preliminar de validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Pinato Sato

    2009-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To translate into Portuguese, back-translate, culturally adapt and validate a screening instrument for pervasive developmental disorder, the Autism Screening Questionnaire, for use in Brazil. METHOD: A sample of 120 patients was selected based on three groups of 40: patients with a clinical diagnosis of pervasive developmental disorder, Down syndrome, or other psychiatric disorders. The self-administered questionnaire was applied to the patients' legal guardians. Psychometric measures of the final version of the translated questionnaire were tested. RESULTS: The score of 15 had sensitivity of 92.5% and specificity of 95.5% as a cut-off point for the diagnosis of pervasive developmental disorder. Internal validity for a total of 40 questions was 0.895 for alpha and 0.896 for KR-20, ranging from 0.6 to 0.8 for both coefficients. Test and retest reliability values showed strong agreement for most questions. CONCLUSIONS: The final version of this instrument, translated into Portuguese and adapted to the Brazilian culture, had satisfactory measurement properties, suggesting preliminary validation proprieties. It was an easy-to-apply, useful tool for the diagnostic screening of individuals with pervasive developmental disorder.OBJETIVO: Tradução, retro-versão, adaptação cultural e validação do Autism Screening Questionnaire para a língua portuguesa e para o seu uso no Brasil. MÉTODO: Foi selecionada uma amostra inicial de 120 pacientes, encaminhados de duas clínicas privadas e uma pública, divida em três grupos de 40 pacientes distintos: pacientes com diagnóstico clínico de transtornos globais do desenvolvimento ou transtornos invasivos do desenvolvimento; de síndrome de Down e de outros transtornos psiquiátricos. O questionário foi aplicado aos responsáveis legais dos pacientes seguindo os padrões de um questionário auto-aplicável. As medidas psicométricas do questionário traduzido, na sua versão final, foram

  12. Etiologia dos transtornos alimentares: aspectos biológicos, psicológicos e sócio-culturais Etiology of eating disorders: biological, psychological and sociocultural determinants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christina M Morgan

    2002-12-01

    Full Text Available Os transtornos alimentares possuem uma etiologia multifatorial, composta de predisposições genéticas, socioculturais e vulnerabilidades biológicas e psicológicas. Entre os fatores predisponentes, destacam-se a história de transtorno alimentar e (ou transtorno do humor na família, os padrões de interação presentes no ambiente familiar, o contexto sociocultural, caracterizado pela extrema valorização do corpo magro, disfunções no metabolismo das monoaminas centrais e traços de personalidade. A dieta é o comportamento precursor que geralmente antecede a instalação de um transtorno alimentar. Contudo, a presença isolada da dieta não é suficiente para desencadear o transtorno alimentar, tornando-se necessária uma interação entre os fatores de risco e outros eventos precipitantes. Por último, o curso transitório ou crônico de um transtorno alimentar está relacionado à persistência de distorções cognitivas, à ocorrência de eventos vitais significativos e a alterações secundárias ao estado de desnutrição.Eating disorders have a multifactorial etiology, composed by genetic predisposition, sociocultural factors, and biological and psychological vulnerabilities. Among the predisposing factors, emphasis is given to a history of eating and/or mood disorders, personality traits, patterns of family interaction, alterations in brain monoamines and sociocultural overvalued drive for thinness. Dieting is the most frequently event present at the onset of an eating disorder. Nevertheless, dieting itself is not sufficient to precipitate an eating disorder. An interaction among risk factors and other precipitating events is necessary. Finally, the chronic or transitory course of an eating disorder is related to the persistence of distorted cognitions, to the occurrence of significant vital events, and to starvation-induced psychobiological alterations.

  13. Plantas medicinais no tratamento do transtorno de ansiedade generalizada: uma revisão dos estudos clínicos controlados Medicinal plants for the treatment of generalized anxiety disorder: a review of controlled clinical studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita Thais Faustino

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar os estudos clínicos controlados sobre a efetividade de plantas medicinais/fitoterápicos no transtorno de ansiedade generalizada. MÉTODO: Realizou-se uma busca (Medline, Web of Science, SciELO, Biblioteca Cochrane por artigos originais utilizando as palavras ["plant OR phytomed* OR extract OR herbal OR medicinal (OR specific name plants"] AND ("anxie* OR anxioly* OR tranquil* OR GAD", delimitada a "human OR clinical trial OR randomized controlled trial OR meta-analysis OR review" e à língua inglesa. Os critérios de inclusão foram: estudos randomizados, comparativos e duplo-cegos. RESULTADOS: Foram selecionados sete dos 267 artigos encontrados. O Piper methysticum (kava-kava foi o fitoterápico mais estudado, sendo sugerido um efeito ansiolítico. Entretanto, a maioria destes estudos incluiu outros transtornos de ansiedade e os dois estudos com transtorno de ansiedade generalizada apresentaram resultados contraditórios. Estudos isolados envolvendo Ginkgo biloba, Galphimia glauca, Matricaria recutita (camomila, Passiflora incarnata e Valeriana officinalis indicaram potencial efeito ansiolítico no transtorno de ansiedade generalizada. A Ginkgo biloba e a Matricaria recutita apresentaram um effect size ('d' de Cohen = 0,47 e 0,87 similar ou superior ao dos ansiolíticos atuais (0,17-0,38. Não foram localizados estudos com outras plantas. CONCLUSÃO: Apesar do potencial terapêutico dos fitoterápicos no transtorno de ansiedade generalizada, poucos ensaios clínicos controlados foram identificados, com a maioria apresentando limitações metodológicas.OBJECTIVE: This work aimed to identify controlled trials, which evaluated effectiveness of herbal medicines in subjects suffering generalized anxiety disorder. METHOD: Controlled studies (randomized, comparative with placebo and/or standard drug, double-blind were sought through electronic and hand-searches. The word strategy used "plant OR phytomed* OR extract OR herbal OR

  14. Diretrizes da World Federation of Societies of Biological Psychiatry (WFSBP para tratamento biológico de transtornos depressivos unipolares, 2ª parte: tratamento de manutenção do transtorno depressivo maior e tratamento dos transtornos depressivos crônicos e das depressões subliminares World Federation of Societies of Biological Psychiatry (WFSBP Guidelines for biological treatment of unipolar depressive disorders, part 2: maintenance treatment of major depressive disorder and treatment of chronic depressive disorders and subthreshold depressions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Bauer

    2009-01-01

    Full Text Available Estas diretrizes práticas para o tratamento biológico de transtornos depressivos unipolares foram desenvolvidas por uma Força-Tarefa internacional da Federação Mundial de Sociedades de Psiquiatria Biológica (WFSBP. O objetivo ao desenvolver tais diretrizes foi rever sistematicamente todas as evidências existentes referentes ao tratamento de transtornos depressivos unipolares e produzir uma série de recomendações práticas com significado clínico e científico, baseadas nas evidências existentes. Têm como objetivo seu uso por todos os médicos que atendam e tratem pacientes com essas afecções. Os dados usados para o desenvolvimento das diretrizes foram extraídos primariamente de várias diretrizes e painéis nacionais de tratamento para transtornos depressivos, bem como de metanálises e revisões sobre a eficácia dos antidepressivos e outras intervenções de tratamento biológico identificadas por uma busca no banco de dados MEDLINE e Cochrane Library. A literatura identificada foi avaliada quanto à força das evidências sobre sua eficácia e, então, categorizada em quatro níveis de evidências (A a D. Esta primeira parte das diretrizes abrange definição, classificação, epidemiologia e evolução dos transtornos depressivos unipolares, bem como tratamento das fases aguda e de manutenção. As diretrizes se referem primariamente ao tratamento biológico (incluindo antidepressivos, outros medicamentos psicofarmacológicos e hormonais, eletroconvulsoterapia, fototerapia, estratégias terapêuticas complementares e novas de adultos jovens e também, embora em menor grau, de crianças, adolescentes e adultos idosos.These practice guidelines for the biological treatment of unipolar depressive disorders were developed by an international Task Force of the World Federation of Societies of Biological Psychiatry (WFSBP. The goal for developing these guidelines was to systematically review all available evidence pertaining to the

  15. Grupo psicoeducativo multifamiliar no tratamento dos transtornos alimentares na adolescência Grupo psicoeducativo multifamiliar y tratamiento de adolescentes con trastornos de la conducta alimentaria Multifamily psycho-educational group and treatment of adolescents with eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoela Nicoletti

    2010-03-01

    Full Text Available A proposta deste artigo é apresentar o grupo psicoeducativo multifamiliar do ambulatório do Programa de Atendimento, Ensino e Pesquisa em Transtornos Alimentares da Infância e Adolescência - PROTAD - do Instituto de Psiquiatria, do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, PROTAD-AMBULIM-HC-IPq-FMUSP, como uma das modalidades do tratamento multidisciplinar oferecidas a pacientes adolescentes com transtornos alimentares e a suas famílias. O artigo baseia-se na experiência dos encontros mensais da equipe, nos quais participam os familiares e cuidadores dos pacientes adolescentes com transtornos alimentares do ambulatório, e expõe o modelo de grupo psicoeducativo empregado, relacionando-o aos achados da literatura e à prática clínica.La propuesta de este artículo es presentar el grupo psicoeducativo multifamiliar del ambulatorio del Programa de Atención, Enseñanza e Investigación en Trastornos Alimentarios en la Infancia y en la Adolescencia - PROTAD - del Instituto de Psiquiatría del Hospital de las Clínicas de la Facultad de Medicina de la Universidad de São Paulo, PROTAD-AMBULIM-HC-IPq-FMUSP, como una de las modalidades de tratamiento multidisciplinario proporcionado por PROTAD a pacientes adolescentes con trastornos alimentarios y a sus familias. En especial, el artículo parte de la experiencia obtenida en los encuentros mensuales con la participación de familiares y cuidadores de los pacientes adolescentes con trastornos alimentarios del ambulatorio y expone el modelo de grupo psicoeducativo aplicado, relacionándolo a los modelos encontrados en la literatura médica y a la práctica clínica.The psycho-educational multifamily group is part of a multidisciplinary treatment offered to adolescents with eating disorders and their families, in the out-patient Program for Children and Adolescents with Eating Disorders - PROTAD - of the Institute of Psychiatry, of Hospital das Cl

  16. Caracterização dos sintomas do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) em meninas vítimas de abuso sexual

    OpenAIRE

    Habigzang,Luísa Fernanda; Borges,Jeane Lessinger; Dell'Aglio,Débora Dalbosco; Koller,Silvia Helena

    2010-01-01

    O presente artigo descreve a presença de sintomas ou do diagnóstico do Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) em meninas vítimas de abuso sexual. Além disso, buscou-se comparar o uso de dois instrumentos de avaliação diagnóstica do TEPT infantil em duas amostras clínicas. No Estudo I (n=40 meninas), os sintomas foram avaliados através de uma entrevista clínica, baseada no DSM-IV/SCID/TEPT. E no Estudo II (n=15 meninas), através da versão brasileira da K-SADS-PL/TEPT. Os resultados apont...

  17. Prevalência de transtornos psiquiátricos em jovens infratores na cidade do Rio de Janeiro (RJ, Brasil: estudo de gênero e relação com a gravidade do delito Prevalence of psychiatric disorders in juvenile offenders in the city of Rio de Janeiro (RJ, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Candido de Andrade

    2011-04-01

    Full Text Available Cresce no Brasil a prevalência de jovens infratores, principalmente do gênero feminino. A literatura aponta para prevalências aumentadas de transtornos mentais entre esses jovens em vários países, mas no Brasil faltam estudos. O objetivo é avaliar a prevalência de transtornos mentais em adolescentes sob medida socioeducativa, considerando como hipótese sua diferença entre gêneros com base no tipo de delito cometido. O instrumento usado foi o K-SADS-PL. Como resultados, alta prevalência de transtornos psiquiátricos entre adolescentes infratores, sendo os mais prevalentes: transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (33%, transtorno da conduta (77%, transtorno desafiador opositivo (50%, transtornos de ansiedade (70%, transtorno depressivo (50%, abuso de drogas ilícitas (70% e abuso de álcool (52%. O abuso de álcool aumentou em 2,4 vezes a chance de um adolescente cometer delito violento. Esses dados sugerem às autoridades em saúde pública que tanto a detecção quanto o tratamento precoce de transtornos psiquiátricos na infância podem ajudar na prevenção de atos infratores. Sugerem também que o tratamento em saúde mental dos jovens sob custódia da lei deve ser parte fundamental da recuperação e da ressocialização deles.The prevalence of juvenile offenders in Brazil, mainly among young females, is on the increase. The literature on this issue indicates an increased incidence of mental disorders among young offenders in several countries, though studies in Brazil are lacking. The aim of this article is to study the prevalence of mental disorders in adolescents from a socio-educational standpoint, taking as a hypothesis the gender difference and the type of offense committed. The instrument used was the K-SADS-PL. As results, we found a high prevalence of psychiatric disorders among juvenile offenders, the most common being: attention deficit hhyperactivity disorder (33.3%; behavioral disorder (77

  18. Direito à saúde mental no sistema prisional: reflexões sobre o processo de desinstitucionalização dos HCTP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marden Marques Soares Filho

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O presente estudo tem por objetivo discutir a estreita relação entre a saúde mental, o sistema de justiça criminal e o sistema prisional, cujas interfaces concretas são o hospital de custódia e tratamento psiquiátrico (HCTP e a pessoa com transtorno mental em conflito com a lei. Serão apresentadas amplas discussões sobre a Lei de Execução Penal e a Lei da Reforma Psiquiátrica brasileira, bem como das ações intersetoriais adotadas pelo Judiciário e pelo Governo Federal (Sistema Único de Saúde - SUS e Sistema Único de Assistência Social - SUAS para adequar o sistema de justiça criminal e o sistema prisional à luta antimanicomial. Serão também apresentadas duas experiências exitosas nos estados de Minas Gerais e de Goiás, que lastraram o surgimento de uma nova estratégia na política pública de saúde: o Serviço de Avaliação e Acompanhamento de Medidas Terapêuticas Aplicáveis à Pessoa com Transtorno Mental em Conflito com a Lei, dispositivo conector entre os Sistemas, disposto a atuar no processo de desinstitucionalização das pessoas com transtornos mentais dos HCTP.

  19. Prevalência dos sintomas de transtorno do déficit de atenção e hiperatividade em crianças do primeiro ciclo do ensino fundamental das escolas públicas estaduais de Campinas = : Prevalence of symptoms of attention deficit disorder and hyperactivity in children of the first cycle of basic education attending state public schools in the city of Campinas

    OpenAIRE

    Wantuir Francisco Siqueira Jacini

    2012-01-01

    Resumo: O Transtorno e Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é o distúrbio do comportamento mais comum na infância. Pode persistir na adolescência e vida adulta, sua manifestação com o passar da idade pode sofrer alterações. O Manual de diagnostico e estatística de distúrbios mentais, 4a edição texto revisado (DSM-IV-R) classifica três tipos de TDAH: Predominantemente Desatento (TDAH-D), Predominantemente Hiperativo/impulsivo (TDAH-H) e os dois combinados (TDAH-C). Estudos epidemiológico...

  20. Psicose e esquizofrenia: efeitos das mudanças nas classificações psiquiátricas sobre a abordagem clínica e teórica das doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Tenório

    Full Text Available Resumo Abordam-se as mudanças nos sistemas de classificação diagnóstica das doenças mentais, em especial o enfraquecimento conceitual da categoria “psicose” e a dominância da esquizofrenia como psicose única. As classificações atuais priorizam uma abordagem fisicalista da patologia mental. Ocorrem, então, a medicalização das condições antes associadas à neurose e à subjetividade; a localização de quadros antes reconhecidos como psicóticos na rubrica dos transtornos de personalidade; e a redução da psicose à esquizofrenia, abordada como deficit das funções psíquicas. Aponta-se a validade clínica e operatória da noção de “psicose” como categoria nosográfica que permite abordagem mais complexa da “esquizofrenia”, última noção, na psiquiatria, com o peso simbólico da loucura.

  1. Transtornos alimentares em homens abstinentes de substâncias psicoativas em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Medino Soares

    2017-01-01

    importante que sejam promovidas novas estratégias terapêuticas para o melhor atendimento nutricional dos indivíduos em abstinência.   Palavras-chave: Transtornos por Uso de Substância Psicoativa; Síndrome de Abstinência a Substâncias; Transtorno da Compulsão Alimentar; Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína; Dopaminérgicos; Alcoolismo, Obesidade.

  2. Matricídio e transtorno bipolar Matricide and bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Martins Valença

    2009-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Matricídio é o assassinato de uma mãe pelo filho ou filha, uma forma de homicídio raramente vista na prática psiquiátrica. Estudos de casos de matricídio têm revelado a presença de transtornos mentais, tais como esquizofrenia, transtorno bipolar, transtornos de personalidade e alcoolismo, assim como casos em que não há evidência de transtorno mental. OBJETIVO: Tem-se como objetivo relatar o caso de uma mulher com transtorno bipolar que assassinou a sua genitora e que foi avaliada em perícia psiquiátrica para avaliação da responsabilidade penal. MÉTODOS: Foi realizada entrevista psiquiátrica, sendo o diagnóstico psiquiátrico estabelecido com base na entrevista e observação dos registros periciais e hospitalares, utilizando-se os critérios diagnósticos DSM-IV-TR. RESULTADOS: A examinanda foi considerada inimputável, em virtude da presença de doença mental que afetou inteiramente o seu entendimento e determinação em relação ao delito praticado. Ela cumpre medida de segurança em Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico há dois anos. CONCLUSÃO: É importante que psiquiatras e outros profissionais da saúde mental estejam atentos para risco de comportamento violento em pacientes que apresentam história de doença mental de longa duração, com episódios de violência durante a fase aguda, ameaças contra familiares ou amigos e falta de tratamento psiquiátrico regular.BACKGROUND: Matricide is the killing of one's own mother, and a type of homicide rarely seen on psychiatric practice. Matricide cases studies have shown the presence of mental disorders, such as schizophrenia, bipolar disorder, personality disorders and alcoholism, and have also found cases where there is no evidence of mental disorders. OBJECTIVE: We aim to report a case of a woman with bipolar disorder that murdered her own mother and had a psychiatric forensic evaluation to ascertain her penal imputability. METHODS: Psychiatric

  3. A efetividade dos testes complementares no acompanhamento da intervenção terapêutica no transtorno fonológico Effectiveness of complementary tests in monitoring therapeutic intervention in speech sound disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Haydée Fiszbein Wertzner

    2012-12-01

    Full Text Available O planejamento e a evolução terapêutica de crianças com transtorno fonológico estão diretamente relacionados à avaliação inicial e aos testes complementares aplicados. Acompanhar a evolução do caso por meio de verificações regulares acrescenta informações importantes à avaliação diagnóstica, o que permite fortalecer achados iniciais a respeito da dificuldade subjacente identificada na avaliação inicial. Assim, no presente estudo de caso verificou-se a efetividade e a eficiência da aplicação do índice de porcentagem de consoantes corretas revisado (PCC-R bem como dos testes complementares de inconsistência de fala, de estimulabilidade e de habilidades metafonológicas no acompanhamento da intervenção terapêutica em crianças com transtorno fonológico. Participaram deste estudo três crianças do gênero masculino. Na data da avaliação inicial o Caso 1 tinha 6 anos e 9 meses de idade, o Caso 2, 8 anos e 10 meses, e o Caso 3, 9 anos e 7 meses. Além da avaliação específica da fonologia, foram aplicados testes complementares que auxiliaram na verificação da dificuldade subjacente específica em cada um dos casos. Desta forma, os sujeitos foram submetidos à avaliação de habilidades metafonológicas, à prova de inconsistência de fala e de estimulabilidade. A análise conjunta dos dados permitiu constatar que os testes selecionados foram efetivos e eficientes tanto para complementar o diagnóstico como para indicar mudanças nos três casos de crianças com transtorno fonológico.Therapeutic planning and evolution of children with speech sound disorders are related to both the initial assessment and to the complementary tests selected to be applied. Monitoring the case by regular evaluations adds important information to the diagnosis, which allows strengthening the initial findings with regards to the underlying deficits identified in the initial evaluation. The aim of this case report was to verify the

  4. The relationship between perceived social support and severity of body dysmorphic disorder symptoms: the role of gender O efeito do gênero sobre a relação entre suporte social apreendido e gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Marques

    2011-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Whether social support is associated with severity of body dysmorphic symptoms is unknown. To address this gap in the literature, the present study aims to examine the association between three domains of perceived social support (i.e., family, friends, and significant others and severity of body dysmorphic disorder symptoms. METHOD: Participants (N = 400 with symptoms consistent with diagnosis of body dysmorphic disorder completed measures of symptomatology and social support via the internet. RESULTS: More perceived social support from friends and significant others was associated with less severe body dysmorphic disorder symptoms for males, and more perceived social support from family and friends was associated with less severe body dysmorphic disorder symptoms among females. Additionally, gender moderated the association between perceived social support from significant others and symptom severity, such that perceived social support from a significant other was significantly negatively associated with body dysmorphic symptom severity in males, but not females. CONCLUSION: The present study implicates social support as an important area of future body dysmorphic disorder research.OBJETIVO: Não há informação sobre o impacto do suporte social apreendido sobre a gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal. A fim de investigar essa relação, este estudo visa avaliar a associação entre três domínios do suporte social apreendido (familiares, amigos, e relacionamentos amorosos significativos e a gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal. MÉTODO: Os participantes (N = 400 com sintomas compatíveis com o diagnóstico de transtorno dismórfico corporal preencheram questionários sobre seus sintomas e suporte social via internet. RESULTADOS: Foi encontrada correlação inversa estatisticamente significativa entre a apreensão do suporte social por parte de amigos e relacionamentos amorosos e a

  5. The relationship between perceived social support and severity of body dysmorphic disorder symptoms: the role of gender O efeito do gênero sobre a relação entre suporte social apreendido e gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Marques

    2011-01-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Whether social support is associated with severity of body dysmorphic symptoms is unknown. To address this gap in the literature, the present study aims to examine the association between three domains of perceived social support (i.e., family, friends, and significant others and severity of body dysmorphic disorder symptoms. METHOD: Participants (N = 400 with symptoms consistent with diagnosis of body dysmorphic disorder completed measures of symptomatology and social support via the internet. RESULTS: More perceived social support from friends and significant others was associated with less severe body dysmorphic disorder symptoms for males, and more perceived social support from family and friends was associated with less severe body dysmorphic disorder symptoms among females. Additionally, gender moderated the association between perceived social support from significant others and symptom severity, such that perceived social support from a significant other was significantly negatively associated with body dysmorphic symptom severity in males, but not females. CONCLUSION: The present study implicates social support as an important area of future body dysmorphic disorder research.OBJETIVO: Não há informação sobre o impacto do suporte social apreendido sobre a gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal. A fim de investigar essa relação, este estudo visa avaliar a associação entre três domínios do suporte social apreendido (familiares, amigos, e relacionamentos amorosos significativos e a gravidade dos sintomas do transtorno dismórfico corporal. MÉTODO: Os participantes (N = 400 com sintomas compatíveis com o diagnóstico de transtorno dismórfico corporal preencheram questionários sobre seus sintomas e suporte social via internet. RESULTADOS: Foi encontrada correlação inversa estatisticamente significativa entre a apreensão do suporte social por parte de amigos e relacionamentos amorosos e a

  6. Relationship between obsessive-compulsive disorders and diseases affecting primarily the basal ganglia Relação entre transtorno obsessivo-compulsivo e doenças neurológicas dos gânglios da base

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex S. S. Freire Maia

    1999-12-01

    Full Text Available Obsessive-compulsive disorder (OCD has been reported in association with some neurological diseases that affect the basal ganglia such as Tourette's syndrome, Sydenham's chorea, Parkinson's disease, and Huntington's disease. Furthermore, studies such as neuroimaging, suggest a role of the basal ganglia in the pathophysiology of OCD. The aim of this paper is to describe the association of OCD and several neurologic disorders affecting the basal ganglia, report the existing evidences of the role of the basal ganglia in the pathophysiology of OCD, and analyze the mechanisms probably involved in this pathophysiology.O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC tem sido reportado em associação com algumas doenças neurológicas que afetam primariamente os gânglios da base como a síndrome de Tourette , a coréia de Sydenham, a doença de Parkinson e a doença de Huntington. Da mesma forma, estudos de neuroimagem sugerem a participação dos gânglios da base na fisiopatologia do TOC. O objetivo deste estudo é rever a coexistência de TOC e várias doenças que afetam os gânglios da base, as evidências da participação dessas estruturas na fisiopatologia do TOC e os mecanismos neurais subjacentes a esse distúrbio psiquiátrico.

  7. Comorbidades psiquiátricas associadas com transtornos de ansiedade em uma amostra de crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Estácio Amaro Silva Júnior

    2010-01-01

    Introdução: Os transtornos de ansiedade na infância e adolescência são prevalentes e geralmente se mantêm até a vida adulta. Podem também ser considerados como fator de risco para o desenvolvimento de outros transtornos psiquiátricos. Portanto, a avaliação, o diagnóstico e o tratamento da ansiedade nesta faixa etária, assim como a detecção de comorbidades associadas, têm uma importância significativa para o alívio do sofrimento e para a prevenção de transtornos mentais em futuras etapas do ci...

  8. O papel dos antipsicóticos atípicos no tratamento do transtorno bipolar: revisão da literatura The role of atypical antipsychotic agents in the treatment of bipolar disorder: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acioly LT Lacerda

    2002-03-01

    Full Text Available Estudos recentes têm demonstrado que a eficácia do lítio é significativamente inferior à descrita pelos primeiros trabalhos, embora ainda seja a medicação de referência no tratamento do transtorno afetivo bipolar. Apesar de um perfil de segurança desfavorável, os antipsicóticos clássicos sempre apresentaram um papel importante no tratamento desse transtorno psiquiátrico, especialmente como coadjuvante em sua fase maníaca aguda. Os autores, utilizando informação obtida no Medline, fizeram uma revisão acerca do papel dos antipsicóticos atípicos no tratamento dos pacientes bipolares. Baseado nos dados da literatura, a olanzapina mostrou-se bastante eficaz no manejo da mania aguda, quando uma média de 63,5% dos pacientes apresentaram melhora significativa em estudos duplo-cego controlados, apresentando ganho de peso como único efeito colateral relevante. A clozapina e, mais ainda, a risperidona apresentaram dados menos consistentes, grande parte em função de deficiências metodológicas dos poucos estudos conduzidos até o presente estudo. Os dados preliminares relativos à eficácia desse grupo farmacológico nos quadros refratários e nos sintomas depressivos são promissores, mas ainda não definitivos. Em relação a seus efeitos potenciais como estabilizadores do humor, não existem evidências conclusivas oriundas de estudos controlados, mas há interesse considerável para realização de investigações em pacientes bipolares tratados com antipsicóticos atípicos por períodos de tempo mais prolongados. Pesquisas futuras poderão tornar mais claras essas possíveis características terapêuticas.Even though lithium is still the choice drug in the treatment of bipolar disorder, recent studies have shown that it has a significant lower efficacy than previously described in earlier studies. Despite its adverse side effects, typical antipsychotic agents have often had a prominent role in the treatment of this psychiatric

  9. Subtipo respiratório versus não respiratório no transtorno de pânico com agorafobia: avaliação com terapia cognitivo-comportamental Respiratory versus non respiratory subtypes of panic disorder with agoraphobia: cognitive behavioral therapy assessment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Lucia Spear King

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a resposta dos pacientes com transtorno de pânico com agorafobia à modelo proposto de terapia cognitivo-comportamental (TCC nos dois subtipos respiratórios de transtorno de pânico: o subtipo respiratório (SR e subtipo não respiratório (SNR Amostra randomizada por sorteio com 50 pacientes diagnosticados segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais. A medicação: antidepressivos tricíclicos ou inibidores seletivos de recaptação da serotonina. Setenta e sete ponto seis porcento da amostra de pacientes de ambos os grupos apresentaram o SR e 22,4 % o SNR. Os pacientes do SR, responderam satisfatoriamente ao tratamento com técnicas da TCC, reduzindo ansiedade, sintomas respiratórios e os ataques de pânico. Os pacientes do SR melhoraram, segundo a escala de avaliação global do funcionamento, de 55,8 para 70,9 em comparação com o SNR.The objective of the present study was to verify the response of patients with panic disorder (agoraphobia to existing cognitive-behavior therapy models (CBT of two respiratory subtypes of panic disorder (PD: respiratory subtype (RS and non respiratory subtype (NRS. We randomly selected a sample of 50 patients diagnosed according to the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders. The medication used was tricycle or selective serotonin reuptake inhibitor antidepressants. Seventy-seven point six percent of the patients from both groups showed RS and 22.4% the NRS. The RS patients responded satisfactorily to the treatment with techniques of CBT decreasing anxiety, breathing symptoms and panic attacks. According to the global functioning assessment scale, RS patients improved from 55.8 to 70.9 in comparison with NRS ones.

  10. Transtorno de pânico e hipocondria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Dib

    2006-01-01

    Full Text Available A hipocondria é associada a diversos transtornos de ansiedade, sobretudo ao transtorno de pânico (TP. Estima-se que 50% a 70% dos pacientes com TP tenham sintomas hipocondríacos e que 13% a 17% dos hipocondríacos tenham TP associado. Considera-se que há co-morbidade com hipocondria no TP quando as preocupações com saúde não se restringem aos sintomas das crises de pânico. Relatamos um caso de uma paciente que, durante seu acompanhamento, evoluiu com hipocondria e transtorno de pânico associados. Discutimos as manifestações psiquiátricas manifestadas pela paciente, assim como analisamos aspectos conceituais, diagnósticos e prognósticos.

  11. DOS.

    Science.gov (United States)

    Traven, Bill

    1988-01-01

    Discusses using the DOS PATH command (for MS-DOS) to enable the microcomputer user to move from directory to directory on a hard drive. Lists the commands to be programed, gives examples, and explains the use of each. (MVL)

  12. A construção social de um grupo multifamiliar no tratamento dos transtornos alimentares The social construction of a multifamily group in the treatment of the eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo foi compreender os sentidos produzidos e negociados pelos familiares sobre a participação em um grupo de apoio para cuidadores de pessoas diagnosticadas com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa. Por meio da abordagem teórico-metodológica do Construcionismo Social puderam ser resgatados os sentidos acerca da participação grupal, os discursos sociais que sustentam essas construções e as suas conseqüências para a interação grupal. Ao serem entendidos como verdades absolutas, esses sentidos produziram movimentos de segregação e afastamento no grupo. Ao serem revisitados, promoveram o aparecimento de sentidos alternativos, evidenciando o caráter construído e negociado do espaço grupal. Acredita-se que esse conhecimento pode trazer valiosas contribuições para o planejamento de estratégias de atendimento no contexto de tratamento dos transtornos alimentares.The aim of this study was to analyze the meanings produced and negotiated by the relatives of people diagnosed with Anorexia and Bulimia who participated in a family support group. Using the Social Constructionism theoretical-methodological approach, the meanings about the family participation in group work, the social discourses that sustain such meaning constructions and their consequences to the group interaction were enlightened. When the meanings were taken as absolute truths, segregation movements among the participants were produced. However, those meanings could be revisited promoting the appearance of alternative ones, showing the negotiated and constructed character of the group space. This knowledge may contribute to a successful planning for the treatment of eating disorders.

  13. Modelos mentais infantis sobre a respiração e o sistema respiratório

    OpenAIRE

    Lopes Pereira Neto, Lauro

    2000-01-01

    Os modelos mentais construídos pelas crianças em seu processo de compreensão dos fenômenos naturais são considerados o produto da integração de seus conhecimentos prévios ao conhecimento formal, originando a base do desenvolvimento de conceitos científicos. O processo de ensino-aprendizagem em ciências deve basear-se nestes modelos construídos pelas crianças, tendo em vista o emprego de práticas pedagógicas fundamentadas nos conhecimentos que a criança possui de seu universo. N...

  14. Revisão dos métodos empregados na avaliação da dimensão corporal em pacientes com transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Elisabeth Thurm

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: O presente artigo analisou os métodos de avaliação da percepção da dimensão corporal abordados na literatura científica. Método: Foram utilizadas a palavra-chave "body image" e a combinação desta com os termos "size perception" e "size estimation", nas bases de dados Medline, Bireme, EBSCO e SCOPUS, para o levantamento científico. O período considerado para essas buscas foi de 1975 a 2010. Resultados: Foram encontrados quatro métodos que avaliam e quantificam a percepção dimensional do corpo, aplicando-se um índice de percepção da dimensão corporal. Os métodos diferem em sua forma de execução, utilização de instrumentos, uso ou não de feedback visual por parte do avaliado, utilização de estímulo tátil ou não para gerar a resposta do avaliado. Conclusão: O Image Marking Procedure (IMP mostrou-se apropriado para a avaliação da dimensão corporal nos distúrbios alimentares, pela possibilidade de avaliar o grau de distorção corporal e dos segmentos corporais específicos sem a interferência visual, cognitiva e qualquer referencial externo comparado aos outros testes que mostraram limitações quanto a esses aspectos. Sugere-se que ele seja utilizado em futuras pesquisas que avaliem o aspecto dimensional da percepção corporal.

  15. Transtorno borderline: história e atualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Dalgalarrondo

    Full Text Available No presente trabalho é feita uma revisão histórica e psicopatológica do distúrbio borderline. O autor sugere que a categoria clínica introduzida por Kahlbaum, em 1890, “heiboidophenie”, pode ser considerada como um protoconceito na origem do conceito de transtorno borderline. No final dos anos 70 e 80, sob a influência do DMS-III, a esquizofrenia latente ou borderline se transformava em dois subtipos de transtorno de personalidade: borderline e esquizotípico. Alguns aspectos psicopatológicos do Transtorno de Personalidade Borderline são revistos, com especial ênfase sobre os sintomas afetivos e as alterações no plano das relações interpessoais.

  16. Transtorno bipolar de início tardio: uma variedade orgânica do transtorno de humor?

    OpenAIRE

    Almeida,Osvaldo P

    2004-01-01

    Transtorno bipolar (TB) é comumente associado à fase final da adolescência ou idade adulta jovem, embora em uma proporção substancial dos pacientes a doença comece em fases mais tardias da vida. Os resultados de várias investigações clínicas sugerem que casos de transtorno bipolar com início tardio têm, mais freqüentemente, uma "causa orgânica" e que isso justificaria a subdivisão do transtorno bipolar entre "início precoce" e "início tardio". Este artigo revê a literatura sobre a hipótese or...

  17. A participação da família no tratamento dos transtornos alimentares La participación de la familia en el tratamiento de los trastornos alimentarios Family participation in the treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi compreender os sentidos da participação da família no tratamento produzidos em um grupo de apoio aos familiares de pessoas diagnosticadas com anorexia e bulimia. Participaram familiares atendidos no contexto de um serviço especializado. O corpus foi constituído pelos registros audiogravados de sessão de grupo, nos quais se buscou delimitar os segmentos interacionais relevantes para o alcance dos objetivos. A perspectiva construcionista social foi utilizada como suporte teórico-metodológico e fundamentou a análise dos dados. Os resultados permitiram compreender que as diversas descrições das relações da família com o "transtorno alimentar" permitem delimitar diferentes possibilidades de significar a participação dos familiares no tratamento. Concluiu-se que o grupo pode funcionar como um espaço privilegiado para acompanhar essa produção de sentidos in statu nascendi, permitindo explorar a construção, desconstrução e reconstrução de significados alternativos, que podem enriquecer o horizonte interpretativo de cada participante.El objetivo de cuesto estudio fue comprender los sentidos sobre la participación de la familia en el tratamiento producido en un grupo de apoyo a los familiares de personas diagnosticadas con anorexia y bulimia. Hicieron parte del estudio familiares atendidos en el contexto de un servicio especializado. El corpus fue constituido por los registros audio grabados de sesiones de grupo, en los cuales se buscó delimitar los segmentos interacciónales relevantes para el alcance del objetivo. El enfoque del construccionismo social fue utilizado como suporte teórico-metodológico y fundamentó el analisis de los datos. Los resultados permitieron comprender que las diversas descripciones sobre las relaciones de la familia con trastornos alimentarios permiten delimitar diferentes posibilidades de significar la participación de los familiares en el tratamiento. Concluye que los

  18. The relationship between the severity of asthma and comorbidites with anxiety and depressive disorders Relação entre a gravidade da asma e comorbidade com transtornos de ansiedade e depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre M Valença

    2006-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: There is evidence that asthma is associated with increased frequency of psychiatric symptoms and mental disorders. Our aim was to assess the frequency of anxiety and depressive disorders in a sample of asthmatic outpatients and observe if there is any relationship between this comorbidity and the severity of asthma. METHOD: Sixty-two consecutive patients of two outpatient asthma clinics located in university hospitals were evaluated. Psychiatric diagnoses were assessed with the Mini-International Neuropsychiatric Interview 4.4 Version. RESULTS: Twenty-seven patients (43.5% met criteria for at least one psychiatric diagnosis. The most frequent diagnoses were major depression (24%, generalized anxiety disorder (20.9% and panic disorder/agoraphobia spectrum disorders (17.7%. We found no significant differences in the prevalence of anxiety disorders and depression between the groups with mild/moderate and severe asthma. Despite the high frequency of depression and anxiety disorders, only 4 (6.5% patients were under psychiatric treatment and 13 (20.9% patients were taking benzodiazepines. Twelve of 15 (80% patients who reported present use of psychotropic medication were not under psychiatric treatment at the moment of the study. CONCLUSIONS: Our results support the high morbidity of anxiety and depressive disorders in asthmatic patients, independent of the severity of asthma.OBJETIVO: Existem evidências de que a asma está associada a um aumento da presença de sintomas psiquiátricos e de transtornos mentais. O objetivo do presente estudo é o de averiguar a freqüência de transtornos de ansiedade e depressão em uma amostra de pacientes asmáticos ambulatoriais e observar se há relação deste tipo de comorbidade com a gravidade da asma. MÉTODO: Sessenta e dois pacientes consecutivos de dois ambulatórios universitários especializados em asma foram examinados. Os diagnósticos psiquiátricos foram obtidos em entrevista com a

  19. Transtorno obsessivo-compulsivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christina Hajaj Gonzalez

    1999-10-01

    Full Text Available O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC é um quadro psiquiátrico caracterizado pela presença de obsessões e compulsões. Sua prevalência é de aproximadamente 2% a 3% na população geral. Os fatores genéticos estão provavelmente implicados na etiologia do transtorno. Os estudos realizados sugerem que há diferentes subtipos de TOC: TOC com história familiar positiva para TOC, TOC "esporádico" e TOC associado com a tiques. Os estudos de gêmeos mostram uma alta concordância de TOC entre gêmeos monozigóticos. Em alguns estudos de famílias observou-se um maior risco para TOC entre os familiares de pacientes com TOC. Os estudos de análise de segregação sugerem o envolvimento de um gene de efeito maior na etiologia do transtorno. Através de estudos moleculares, diferentes grupos de pesquisadores vêm tentando a localizar um possível gene envolvido na etiologia do TOC.Obsessive-compulsive disorder (OCD is a psychiatric condition characterized by the presence of obsessions and compulsions. Its prevalence in the general population is around 2 to 3%. Genetic factors are probably involved in its etiology. Studies suggest there are different subtypes of OCD: OCD with a positive family history of OCD, sporadic OCD, and OCD related to tics. Twin studies show a high concordance rate for monozygotic twins. Some of the family studies observed a higher risk for OCD among relatives of OCD patients. Segregation analysis studies suggest the possible role of a major gene effect in the etiology of the disorder. By means of molecular studies, several investigators have been trying to find a gene involved in the etiology of OCD.

  20. Genética do transtorno bipolar Genetics of bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Michelon

    2004-10-01

    Full Text Available O Transtorno bipolar (TB possui alta prevalência na população mundial e causa perdas significativas na vida dos portadores. É uma doença cuja herança genética se caracteriza por mecanismos complexos de transmissão envolvendo múltiplos genes. Na tentativa de identificar genes de vulnerabilidade para o TB, várias estratégias de investigação genética têm sido utilizadas. Estudos de ligação apontam diversas regiões cromossômicas potencialmente associadas ao TB, cujos marcadores ou genes podem ser candidatos para os estudos de associação. Genes associados aos sistemas monoaminérgicos e vias de sinalização intracelulares são candidatos para investigação da etiologia genética do TB. Novas técnicas de mapeamento de expressão gênica em tecidos especializados apontam para novos genes cujas mutações possam ser responsáveis pelo aparecimento da doença. Em virtude da complexidade do modo de transmissão do TB e de sua heterogeneidade fenotípica, muitas dificuldades são encontradas na determinação desses genes de vulnerabilidade. Até o momento, há apenas resultados preliminares identificando alguns genes associados à vulnerabilidade para desenvolver o TB. Entretanto, a compreensão crescente dos mecanismos epigenéticos de controle da expressão gênica e a abordagem dimensional dos transtornos mentais podem colaborar nas investigações futuras em genética psiquiátrica.Bipolar disorder (BD is a worldwide highly prevalent mental disease. This disorder has a genetic inheritance characterized by complex transmission mechanisms involving multiple genes. Many investigation strategies have been put forward in order to identify BD susceptibility genes. Linkage studies reveal markers and candidate genes for the association studies. Monoaminergic system genes and intracellular signaling pathway genes are also important candidates to be investigated in the etiology of this disorder. Recent techniques of gene expression

  1. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-01-01

    Full Text Available A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.

  2. Hiperventilação. A terapia cognitivo-comportamental e a técnica dos exercícios de indução dos sintomas no transtorno de pânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Lucia Spear King

    2008-03-01

    Full Text Available Resumo: O transtorno de pânico (TP caracteriza-se por ataques agudos de ansiedade frequentes e recorrentes. A actual concepção para o TP realça o medo das sensações corporais a partir do momento em que o indivíduo associa de forma equivocada as sensações físicas que se apresentam como sendo prenúncio de uma doença grave e/ou morte iminente, não conseguindo interpretá-las como mecanismos fisiológicos naturais. Relatamos três casos graves de TP do subtipo respiratório, com agorafobia, cujos sintomas de hiperventilação predominavam sobre os demais. O tratamento consistiu na prescrição de antidepressivos tricíclicos e no encaminhamento para sessões de terapia cognitivo-comportamental (TCC. O objectivo do relato dos casos é demonstrar a evolução satisfatória do tratamento com a técnica dos exercícios de indução de sintomas (EIS em ambiente de laboratório para a redução e/ou extinção dos sintomas hiperventilatórios, entre outros. Esse procedimento foi considerado fundamental na evolução do tratamento e permitiu preparar os doentes para enfrentarem situações agorafóbicas subsequentes.Rev Port Pneumol 2007; XIV (2: 303-308 Abstract: Panic disorder (PD is characterized by frequent and recurrent acute panic attacks. The current cognitive conception for PD enhances the fear of corporal sensations, when the individual define his physical sensations as being related to a serious disease or imminent death, not interpreting them as natural physiologic mechanisms. We reported three severe cases of PD of the respiratory subtype, with agoraphobia, whose symptoms of hyperventilation predominated on clinical picture. The treatment consisted on tricycles antidepressant and cognitive-behavior therapy (CBT sessions. The objective of reporting the cases is to demonstrate the satisfactory evolution of the treatment with the technique of panic

  3. Hiperventilação: A terapia cognitivo-comportamental e a técnica dos exercícios de indução dos sintomas no transtorno de pânico Hyperventilation: The cognitive-behavior-therapy and the technique of the exercises in the induction of panic disorder symptoms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Lucia Spear King

    2008-03-01

    Full Text Available O transtorno de pânico (TP caracteriza -se por ataques agudos de ansiedade frequentes e recorrentes. A actual concepção para o TP realça o medo das sensações corporais a partir do momento em que o indivíduo associa de forma equivocada as sensações físicas que se apresentam como sendo prenúncio de uma doença grave e/ou morte iminente, não conseguindo interpretá -las como mecanismos fisiológicos naturais. Relatamos três casos graves de TP do subtipo respiratório, com agorafobia, cujos sintomas de hiperventilação predominavam sobre os demais. O tratamento consistiu na prescrição de antidepressivos tricíclicos e no encaminhamento para sessões de terapia cognitivo -comportamental (TCC. O objectivo do relato dos casos é demonstrar a evolução satisfatória do tratamento com a técnica dos exercícios de indução de sintomas (EIS em ambiente de laboratório para a redução e/ou extinção dos sintomas hiperventilatórios, entre outros. Esse procedimento foi considerado fundamental na evolução do tratamento e permitiu preparar os doentes para enfrentarem situações agorafóbicas subsequentes.Panic disorder (PD is characterized by frequent and recurrent acute panic attacks. The current cognitive conception for PD enhances the fear of corporal sensations, when the individual define his physical sensations as being related to a serious disease or imminent death, not interpreting them as natural physiologic mechanisms. We reported three severe cases of PD of the respiratory subtype, with agoraphobia, whose symptoms of hyperventilation predominated on clinical picture. The treatment consisted on tricycles antidepressant and cognitive-behavior therapy (CBT sessions. The objective of reporting the cases is to demonstrate the satisfactory evolution of the treatment with the technique of panic symptoms induction exercises (SIE in controlled laboratory environment. On that way, reducing or extinguishing hyperventilation symptoms

  4. Prevalência de transtornos ansiosos e algumas comorbidades em idosos: um estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara B. Machado

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Avaliar a prevalência de transtornos ansiosos e fatores associados em uma amostra populacional de idosos do Sul de Santa Catarina. Métodos Estudo transversal com base em dados populacionais, que avaliou 1.021 indivíduos idosos entre 60 e 79 anos. Foram realizadas entrevistas domiciliares para aferição de variáveis sobre transtornos ansiosos, por meio do questionário MINI, dados sociodemográficos, hipertensão arterial sistêmica (HAS, infarto agudo do miocárdio (IAM e dosagem de colesterol. Resultados As prevalências entre os transtornos ansiosos foram de 22,0% para o transtorno de ansiedade generalizada (TAG; 14,8% para fobia social (FS; 10,5% para transtorno do pânico (TP; e 8,5% para o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC. Além disso, 40,5% dos indivíduos apresentaram pelo menos um transtorno de ansiedade. A distribuição dos transtornos foi semelhante nos dois gêneros; TAG foi mais prevalente nos indivíduos de menor escolaridade; TOC foi mais presente em indivíduos casados ou em união estável. Em relação às variáveis clínicas, HAS foi associada à presença de TOC; FS foi associada com IAM; TOC e FS foram associados com HDL > 40 mg/dL. Conclusão Os dados demonstram que os quadros de ansiedade são muito frequentes em idosos da comunidade, se sobrepõem de forma significativa e estão associados a algumas variáveis clínicas cardiovasculares.

  5. Repercursões dos transtornos de processamento sensorial ao desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral / Repercussions of sensory processing disorders in the functional skills of children with cerebral palsy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deyvianne Thayanara de Lima Reis

    2017-07-01

    Full Text Available A Paralisia Cerebral (PC é definida como uma disfunção neurológica ou como lesão não progressiva do sistema nervoso central. É uma patologia com distúrbio de movimento e postura que pode coexistir com déficits de processamento sensorial. Poucos estudos mostram a associação entre esse déficit e as alterações do desempenho motor. Assim, o principal objetivo deste estudo é conhecer o Perfil Sensorial de crianças com Paralisia Cerebral e suas repercussões para o desempenho funcional nas atividades de vida diária. Em relação à metodologia a amostra foi composta por 29 crianças com paralisia cerebral na faixa etária entre 3 e 7 anos e meio. A coleta dos dados realizou-se através dos instrumentos “Perfil Sensorial” e “Inventário Pediátrico de Avaliação das Incapacidades (PEDI”, o GMFCS ( Sistema de Classificação da Função Motora Grossa foi usado como critério de exclusão. Os resultados mostraram que há relações entre essas dimensões. Houve correspondência entre o Pedi Funcional com o item respostas emocionais/sociais do Perfil Sensorial, assim identificou-se possíveis transtornos de processamento sensorial nas habilidades funcionais de crianças com Paralisia Cerebral. Cerebral palsy (CP is defined as a neurological dysfunction or as a non-progressive central nervous system injury. It is a pathology with movement and posture disturbance that can coexist with sensory processing deficits. Few studies show the association between this deficit and changes in motor performance. Thus, the main objective of this study is to know the Sensory Profile of children with Cerebral Palsy and its repercussions for functional performance in daily life activities. The study sample consisted of 29 children with cerebral palsy in the age bracket between 3 and 7 and a half years. The data were collected through the instruments "Sensorial Profile" and "Pediatric Inventory of Disability Assessment (PEDI." The Gross Motor

  6. Prevalência de transtorno depressivo maior em centro de referência no tratamento de hipertensão arterial Prevalence of major depressive disorders in a reference center for the treatment of hypertension

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Francisco do Amaral

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a prevalência de transtorno depressivo maior em pacientes hipertensos matriculados em um centro de referência universitário para tratamento de hipertensão arterial e fatores de risco cardiovascular. MÉTODOS: Estudo transversal, descritivo, em amostra aleatória representativa, obtida de forma sistemática, de pacientes em atendimento contínuo na Liga de Hipertensão Arterial da Universidade Federal de Goiás. Aplicou-se o Inventário de Depressão de Beck para rastreamento de sintomas depressivos e a Entrevista Estruturada para o Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais - Transtornos do Eixo I para avaliação diagnóstica de transtorno depressivo maior. Foram constituídos um grupo com pacientes portadores de depressão maior, denominado grupo-estudo, e um grupo com pacientes não-portadores de depressão maior, denominado grupo-controle. Avaliou-se variáveis sociodemográficas, pressão arterial e bioquímica sangüínea no momento da coleta de dados. RESULTADOS: Foram entrevistados 285 pacientes, tendo sido encontrada prevalência de 20% de depressão maior na população investigada. A idade média foi significativamente menor para o grupo-estudo, com predomínio do sexo feminino. A prática de atividade física regular foi também significativamente menor entre os pacientes do grupo-estudo, que também apresentaram valores mais elevados de pressão arterial diastólica e de colesterolemia. CONCLUSÕES: Foi encontrada uma prevalência de transtorno depressivo maior em pacientes hipertensos superior àquela encontrada na população geral. Isso aponta para uma necessidade de maior atenção ao diagnóstico dos transtornos depressivos em pacientes hipertensos em atendimento primário e ambulatorial.OBJECTIVE: To investigate the prevalence of major depression disorders in hypertensive patients enrolled in a university reference center for treatment of hypertension and other cardiovascular risk

  7. Atualização sobre comorbidade entre transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e transtornos invasivos do desenvolvimento (TID)

    OpenAIRE

    Segenreich,Daniel; Mattos,Paulo

    2007-01-01

    CONTEXTO: Atualmente, a comorbidade transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e transtornos invasivos do desenvolvimento (TID) não pode ser estabelecida por meio dos critérios da DSM-IV. Entretanto, diversos pesquisadores questionam esta impossibilidade descrevendo quadros clínicos de pacientes que apresentam características de ambos os transtornos. Esta revisão busca estes achados e propõe uma reflexão sobre o assunto. OBJETIVO: Revisar, de modo seletivo, estudos mais signific...

  8. Teoria da Mente: efeito da idade, do sexo e do uso de atores animados e inanimados na inferência de estados mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roazzi Antonio

    1999-01-01

    Full Text Available O estudo foi realizado com 72 crianças de NSE médio, entre quatro e cinco anos de idade, visando a investigar a idade de aquisição da habilidade das crianças para distinguirem seus próprios estados mentais e os estados mentais de outros e se a manifestação da habilidade, na tarefa de falsa crença, depende do ator envolvido - inanimado (boneca versus animado (outras crianças. Os resultados indicaram não haver diferenças entre atores animados e inanimados e que é a partir de cinco anos de idade que as crianças começam a ter uma compreensão acerca dos estados mentais de outras pessoas, no tocante a falsa crença. Este último dado diverge dos obtidos em estudos anteriores, que encontraram esta capacidade já desenvolvida aos quatro anos de idade. Contrariamente à hipótese inatista e de acordo com os dados obtidos no Brasil (no que se refere às crianças de orfanato nossos resultados revelam que a universalidade quanto à época em que se encontra desenvolvida esta capacidade é passível de ser questionada.

  9. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Giron Uzunian

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes, maior será o fator de proteção contra o desenvolvimento de transtornos alimentares.

  10. Transtorno mental na infância: configurações familiares e suas relações sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Batistela Vicente

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Este estudo teve como objetivo conhecer a rede social e o apoio social na perspectiva da família de criança com transtorno mental. Métodos: Foi uma pesquisa descritiva-exploratória de abordagem qualitativa, com 14 familiares de crianças com transtornos mentais atendidas no CAPS-i de Maringá - PR. A coleta de dados aconteceu de janeiro a abril de 2013, por meio de entrevistas semiestruturadas e construção de genogramas e ecomapas das famílias. Resultados: Os dados foram analisados a partir da Análise de Conteúdo, modalidade temática, originando duas categorias: "Rede e apoio social: auxiliando a convivência da família com a criança com transtorno mental" e "Configuração familiar: delineando vínculos". Conclusão: A rede de apoio e o apoio social são elementos necessários para o enfrentamento das dificuldades advindas da doença mental, cabendo ao enfermeiro conhecer essas fontes de apoio e os tipos de vínculos existentes para prestar um cuidado centrado na família.

  11. A construção de um novo instrumento para avaliar correlatos implícitos dos sintomas do transtorno obsessivo-compulsivo: primeira versão do Teste de Associação Implícita The construction of a new instrument to assess implicit correlates of obsessive-compulsive disorder symptoms: first version of the Implicit Association Test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Sizino d Victoria

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A inexistência de uma medida implícita para sintomas do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC limita a avaliação às escalas e aos inventários tradicionais. OBJETIVOS: O objetivo foi construir um instrumento de avaliação de sintomas obsessivo-compulsivos que independa da autoavaliação pelo examinando [por exemplo, o Teste de Associação Implícita para transtorno obsessivo-compulsivo (TAI-TOC]. MÉTODOS: A fim de construir o TAI-TOC, foram consultados (1 estudos anteriores que utilizaram o TAI para avaliação de outros sintomas psiquiátricos, (2 psiquiatras e psicólogos com experiência na avaliação e tratamento de pacientes com TOC e (3 os próprios pacientes com TOC. RESULTADOS: Estímulos verbais e visuais foram selecionados para cada dimensão dos sintomas obsessivo-compulsivos (contaminação e lavagem, obsessões de checagem, simetria e colecionismo. Um software projetado para mensurar o tempo de reação em milissegundos (um programa para associação implícita foi desenvolvido. Uma versão final do TAI-TOC foi obtida. CONCLUSÕES: O TAI-TOC expande o arsenal existente para avaliação dos sintomas obsessivo-compulsivos, especialmente naqueles indivíduos que informam mal sobre seus sintomas.BACKGROUND: The lack of an implicit measure for the obsessive-compulsive disorder symptoms limits its assessment to the traditional scales and inventories. OBJECTIVES: The aim is the construction of an instrument for the evaluation of obsessive-compulsive symptoms that is independent from examinee's self-evaluation [i.e. the Implicit Association Test for obsessive-compulsive disorder (IAT-OCD]. METHODS: In order to build the IAT-OCD, we consulted (1 previous studies that employed the IAT for the evaluation of other psychiatric symptoms; (2 expert psychiatrists and psychologists with experience in the assessment and treatment of patients with OCD; and (3 patients with OCD themselves. RESULTS: Specific verbal and visual stimuli

  12. Neurobiologia da Cannabis: do sistema endocanabinoide aos transtornos por uso de Cannabis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luis G. Pinho Costa

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Diante das lacunas na efetividade das terapêuticas para transtornos por uso de Cannabis, a droga ilícita mais consumida no mundo, este trabalho propõe-se a rever os conhecimentos sobre o substrato neuroanatômico, biomolecular e celular do sistema endocanabinoide, descrever os mecanismos de neuroplasticidade dependente dos canabinoides e relacioná-los com a neurobiologia dos transtornos por uso de Cannabis (abuso e dependência. MÉTODOS: Recorreu-se às bases de dados Medline, Scopus e ISI Web of Knowledge; as palavras-chave pesquisadas foram "Cannabis", "neurobiology", "endocannabinoid system", "endocannabinoids", "receptors, cannabinoid", "neuronal plasticity", "long-term synaptic depression", "long-term potentiation", "marijuana abuse" e "tetrahydrocannabinol". Foram incluídos 80 trabalhos nesta revisão. DISCUSSÃO: A distribuição neuroanatômica, celular e biomolecular do sistema endocanabinoide adequa-se perfeitamente às suas funções de neuromodulação (via neuroplasticidade e metaplasticidade, nomeadamente em vias relacionadas aos transtornos por uso de substâncias. Os canabinoides exógenos perturbam essas funções. CONCLUSÃO: O sistema endocanabinoide contribui para a definição de setpoints em diversas vias neuronais, incluindo vias cruciais na instalação de transtornos por uso de substâncias; com o uso de Cannabis, esses setpoints tornar-se-ão mais permissivos, facilitando os transtornos por uso de Cannabis. Os avanços no entendimento da neurobiologia da Cannabis abrem uma janela de oportunidades para novas estratégias terapêuticas nos transtornos por uso de Cannabis.

  13. Particularities of family planning in women with mental disorders Particularidades de la planificación familiar de mujeres portadoras de trastorno mental Particularidades do planejamento familiar de mulheres portadoras de transtorno mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Gomes Guedes

    2009-10-01

    particularidades en el planificación familiar de ese público. No hubo asociación estadística entre los diagnósticos médicos y el uso correcto o incorrecto de los métodos anticonceptivos. Las mujeres portadoras de trastorno mental presentan una demanda para la atención de la planificación familiar específica e integral.Objetivou-se identificar o perfil gineco-obstétrico de mulheres portadoras de transtorno mental, verificar a associação entre diagnóstico médico de transtorno mental e uso correto/incorreto dos métodos anticoncepcionais e verificar diagnósticos, frequência de internações e variedades de medicamentos consumidos. Participaram 255 mulheres atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial. Os dados foram coletados por meio de revisão de prontuário e entrevista estruturada. A hereditariedade de alguns transtornos mentais, internação psiquiátrica como causa de interrupção da anticoncepção, uso de anticoncepcionais que independem do controle pessoal, interação medicamentosa entre psicotrópicos e anticoncepcionais orais, participação do parceiro e/ou de familiares na escolha reprodutiva e prática anticonceptiva constituíram particularidades no planejamento familiar desse público-alvo. Não houve associação estatística entre os diagnósticos médicos e uso correto ou incorreto dos métodos anticoncepcionais. Mulheres portadoras de transtorno mental possuem demanda para atendimento de planejamento familiar específico e integral.

  14. Cidadania e qualidade de vida dos portadores de transtornos psiquiátricos: contradições e racionalidade Ciudadanía y calidad de vida de los portadores de trastornos siquiátricos: contradicciones y racionalidad Citizenship and life quality of porters of psychiatrics perturbations: contradictions and rationality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josicelia Dumêt Fernandes

    2003-06-01

    Full Text Available Este estudo consiste num espaço de reflexão sobre a questão da cidadania e qualidade de vida dos portadores de transtornos psíquicos, tomando como eixo as transformações ocorridas na relação da sociedade com esses indivíduos, explicitando suas contradições e racionalidade. Aponta os desafios a serem superados na construção da cidadania e qualidade de vida dessas pessoas.Este estudio consiste en espacio de reflexión sobre la ciudadanía y calidad de vida de los portadores de trastornos síquicos, tomando como eje las transformaciones ocurridas en la relación de la sociedad con esses individuos, explicitando sus contradicciones y racionalidad. Indica los desafíos a ser superados en la construcción de la ciudadanía y calidad de vida de estas personas.This study consists in reflection about the questions of citizenship and life quality of porters of psychic perturbation, considering the transformations occurred on the relation between the society and these porters, showing its contradictions and rationality. This study indicates the challenges to be surpassed on the construction of citizenship a life quality of these people.

  15. Transtorno de estresse pós-traumático em dependente do álcool

    OpenAIRE

    Pulcherio,Gilda; Vernetti,Carmen; Strey,Marlene Neves; Faller,Sibele

    2008-01-01

    CONTEXTO: Os transtornos comórbidos entre dependentes químicos têm se mostrado a regra e não a exceção. O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) é um transtorno de ansiedade que se desenvolve após evento traumático, com importante sintomatologia. Quase 100% dos dependentes químicos que procuram tratamento relatam história de traumas, e as prevalências de TEPT têm variado entre 30% e 60%. Entre os alcoolistas, as prevalências de TEPT variam de 10% a 40%. Apesar das altas prevalências, ta...

  16. Transtornos alimentares: fundamentos históricos Eating disorders: historical background

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Táki Athanássios Cordás

    2002-12-01

    Full Text Available Os autores fazem uma breve revisão dos aspectos históricos dos transtornos alimentares. Possíveis correlaç��es psicopatológicas com os conceitos diagnósticos atuais são discutidas.The authors make a brief review of the historical aspects of eating disorders. Possible correlations with modern psychopathological aspects are commented

  17. Desempenho em leitura e escrita de escolares com transtorno fonológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Salgado

    Full Text Available O transtorno fonológico ocorre quando há dificuldade quanto à aquisição e uso dos sons da fala. O objetivo deste estudo foi caracterizar o desempenho em leitura e escrita de escolares com transtorno fonológico. Participaram do estudo 28 escolares na faixa etária de 7 a 9 anos de idade com trocas na fala. A amostra foi composta de 70% do sexo masculino e 30% do feminino. Os resultados revelaram que entre 57% e 85% dos escolares da 1 a à 3 a séries apresentaram transtorno fonológico presente na oralidade e na escrita, enquanto que 100% dos escolares da 4 a série apresentaram transtorno fonológico evidenciado apenas na leitura e na escrita. Os achados deste estudo demonstraram que a linguagem oral está intrinsecamente relacionada com o desenvolvimento da leitura e da escrita e que alterações no processamento fonológico da criança podem desencadear alterações no desenvolvimento da leitura e escrita.

  18. Resistência ao tratamento nos transtornos de ansiedade: fobia social, transtorno de ansiedade generalizada e transtorno do pânico Treatment-resistant anxiety disorders: social phobia, generalized anxiety disorder and panic disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Bezerra de Menezes

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Os transtornos de ansiedade são condições psiquiátricas prevalentes que determinam importante prejuízo funcional, piora na qualidade de vida do indivíduo e um enorme custo social. Embora diversas medicações eficazes para os transtornos de ansiedade encontrem-se disponíveis, um número significativo de pacientes não responde adequadamente ao tratamento e muitos permanecem com sintomas residuais clinicamente significativos. O objetivo deste estudo é rever aspectos relacionados à resistência ao tratamento e estratégias farmacológicas no manejo dos transtornos de ansiedade resistentes ao tratamento. MÉTODO: Revisão narrativa. RESULTADOS: São discutidos os diversos aspectos conceituais relacionados à resistência ao tratamento, os possíveis preditores de resistência e, finalmente, algumas estratégias a serem utilizadas no manejo dos transtornos de ansiedade (incluindo transtorno de ansiedade social, transtorno de ansiedade generalizada e transtorno do pânico que não respondem às abordagens terapêuticas convencionais. CONCLUSÃO: A resistência ao tratamento ainda é um desafio para a prática clínica que começa em conceitos não operacionalizados de resposta e resistência e termina na escassez de estudos controlados sobre estratégias de tratamento nesse último cenário clínico.OBJECTIVES: Anxiety disorders are common psychiatric conditions that cause significant disability, poor quality of life and enormous social cost. Although treatments with demonstrable efficacy are available a great number of patients fail to respond or remains with clinically significant residual symptoms after treatment. The objective of this study is to review aspects related to treatment resistance and pharmacological strategies to deal with anxiety disorders resistant to treatment. METHOD: Narrative review. RESULTS: We discuss conceptual aspects related to treatment resistance or refractoriness, predictors of poor treatment outcome

  19. A contribuição dos estudos transculturais dos países latino-americanos e caribenhos para a revisão da CID-10: resultados preliminares The contribution of Latin American and Caribbean countries on culture bound syndromes studies for the ICD-10 revision: key findings from a working in progress

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Razzouk

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Esta revisão visa identificar as evidências dos estudos de países da América Latina e do Caribe para a inclusão das síndromes transculturais na versão da Classificação Internacional de Doenças para sua 11ª Edição. MÉTODO: Os estudos foram identificados nas bases do Medline, LILACS e EMBASE, no período de 1992 a 2008, e classificados segundo o tipo de estudo, tipo de transtorno, país e número de publicações por ano. RESULTADOS: Foram selecionadas e classificadas 163 publicações: 33 no Medline, 90 no EMBASE e 40 no LILACS. A percentagem das síndromes transculturais ("culture bound-syndrome" correspondeu a 9% no Medline, 12% no EMBASE e 2,5% no LILACS. Dos 15 estudos sobre síndromes transculturais, dois eram sobre "nervios e ataque de nervios", dois sobre "susto", quatro sobre a relação entre crenças religiosas, "feitiçaria", transe e apresentação dos transtornos mentais, um sobre proposta de uma nova categoria diagnóstica, três artigos teóricos e três sobre psicopatoplastia dos transtornos mentais. CONCLUSÃO: A escassez de estudos sobre síndromes transculturais pode ter ocorrido pela dificuldade em rastrear os estudos por problema de indexação das publicações, falta de interesse em publicar tais estudos em periódicos indexados e a dificuldade de acesso às publicações. Dentre os estudos identificados, não há uma evidência clara que aponte quais modificações são necessárias nas classificações diagnósticas atuais.OBJECTIVE: This review aims to verify the scientific evidences for the inclusion of culture bound syndromes in the International Classification of Diseases towards its 11th edition based on studies from Latin American and Caribbean countries. METHOD: Studies were identified in Medline, LILACS and EMBASE databases for the period between 1992 and 2008, and then classified according to the type of study, to the mental disorder, country and number of publications per year. RESULTS

  20. O tabagismo e o transtorno do pânico: gravidade e comorbidades Smoking and panic disorder: severity and comorbidities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Christophe da Rocha Freire

    2007-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudos indicam que há uma associação entre tabagismo e transtorno do pânico, e alguns autores sugerem que o tabagismo aumenta o risco de ataques de pânico e transtorno do pânico. Este estudo analisa a hipótese de que pacientes fumantes com esse transtorno apresentam um quadro clínico mais grave. MÉTODO: Sessenta e quatro pacientes em tratamento no Laboratório do Pânico e Respiração (Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com transtorno do pânico, segundo critérios do Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (DSM, 4ª edição, foram divididos em grupos de tabagistas e não-tabagistas. Os grupos foram avaliados quanto a características sociodemográficas, comorbidades e gravidade do quadro clínico. RESULTADOS: Não houve diferença significativa em relação à gravidade do transtorno do pânico; no entanto, tabagistas tiveram prevalência de depressão significativamente maior (p = 0,014 do que não-tabagistas. CONCLUSÃO: Este estudo não evidenciou que o transtorno do pânico em tabagistas é mais grave, porém indicou que esses pacientes têm mais comorbidade com depressão.INTRODUCTION: Several studies indicate that panic disorder and tobacco smoking are associated, and some authors hypothesize that smoking increases the risk of panic attacks and panic disorder. The objective of this study is to investigate whether smokers have a more severe form of panic disorder than non-smokers. METHOD: Sixty-four patients already in treatment at the Laboratory of Panic and Respiration (Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro with panic disorder as established by the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, fourth edition, were divided into groups of smokers and non-smokers. Both groups were compared regarding sociodemographic data, comorbidities and clinical status severity. RESULTS: There was no statistically significant

  1. Transtorno do pânico: investigação sobre alterações de relato em terapia analítico-comportamental.

    OpenAIRE

    Siebert, Graziela

    2006-01-01

    O Transtorno do Pânico é um dos mais freqüentes e incapacitantes problemas dentre os transtornos ansiosos, representando um dos motivos de maior procura dos serviços de saúde no Brasil e no mundo. A Terapia Analítico-Comportamental constitui uma proposta com resultados bastante satisfatórios para seu tratamento, e seu enfoque é o esclarecimento da relação entre os sintomas sentidos e descritos pelo cliente e as contingências em operação, das quais seus comportamentos são função. A completa re...

  2. O tratamento farmacológico do transtorno bipolar: uma revisão sistemática e crítica dos aspectos metodológicos dos estudos clínicos modernos The pharmacological treatment of bipolar disorder: a systematic and critical review of the methodological aspects of modern clinical trials

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elie Cheniaux

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar sistematicamente os principais estudos clínicos sobre o tratamento farmacológico do transtorno bipolar e fazer uma análise crítica de seus aspectos metodológicos. MÉTODO: Realizou-se uma busca nas bases de dados Medline, ISI e PsycINFO, utilizando-se os seguintes termos de busca: "bipolar", "randomized", "placebo" e "controlled". Foram selecionados estudos clínicos randomizados, duplo-cegos e controlados por placebo sobre o tratamento farmacológico do transtorno bipolar. Além disso, de acordo com os nossos critérios, as amostras deveriam ser de no mínimo 100 pacientes e a substância testada deveria ser usada como monoterapia. RESULTADOS: 34 artigos se adequaram aos critérios de seleção. Todas as substâncias atualmente indicadas para mania, depressão bipolar e para o tratamento de manutenção foram mais eficazes que o placebo em pelo menos um estudo. Todavia, esses estudos tiveram amostras altamente selecionadas, altas taxas de abandono e baixas taxas de resposta clínica. CONCLUSÃO: Os modernos estudos clínicos sobre o tratamento farmacológico do transtorno bipolar apresentam algumas importantes limitações metodológicas. Assim, seus resultados devem ser considerados com cautela.OBJECTIVE: To review systematically the main clinical trials on the pharmacological treatment of bipolar disorder and to make a critical analysis of their methodological aspects. METHOD: A search in Medline, ISI and PsycINFO databases was conducted, using the following search terms: "bipolar", "randomized", "placebo" e "controlled". Randomized, double-blind, placebo-controlled clinical trials on the pharmacological treatment of bipolar disorder were selected. Besides, according to our criteria, samples had to consist of at least 100 patients and experimental drug had to be used as monotherapy. RESULTS: 34 articles met our selection criteria. All drugs currently indicated for mania, bipolar depression and maintenance treatment of

  3. Transtornos de humor e de ansiedade comórbidos em vítimas de violência com transtorno do estresse pós-traumático Comorbid mood and anxiety disorders in victims of violence with posttraumatic stress disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas C. Quarantini

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Buscar estudos que avaliem a comorbidade entre transtorno de estresse pós-traumático e transtornos do humor, bem como entre transtorno de estresse pós-traumático e outros transtornos de ansiedade. MÉTODO: Revisamos a base de dados do Medline em busca de estudos publicados em inglês até abril de 2009, com as seguintes palavras-chave: "transtorno de estresse pós-traumático", "TEPT", "transtorno de humor", "transtorno depressivo maior", "depressão maior", "transtorno bipolar", "distimia", "transtorno de ansiedade", "transtorno de ansiedade generalizada", agorafobia", "transtorno obsessivo-compulsivo", "transtorno de pânico", "fobia social" e "comorbidade". RESULTADOS: Depressão maior é uma das condições comórbidas mais frequentes em indivíduos com transtorno de estresse pós-traumático, mas eles também apresentam transtorno bipolar e outros transtornos ansiosos. Essas comorbidades impõem um prejuízo clínico adicional e comprometem a qualidade de vida desses indivíduos. Comportamento suicida em pacientes com transtorno de estresse pós-traumático, com ou sem depressão maior comórbida, é também uma questão relevante, e sintomas depressivos mediam a gravidade da dor em sujeitos com transtorno de estresse pós-traumático e dor crônica. CONCLUSÃO: Os estudos disponíveis sugerem que pacientes com transtorno de estresse pós-traumático têm um risco maior de desenvolver transtornos afetivos e, por outro lado, transtornos afetivos pré-existentes aumentam a propensão ao transtorno de estresse pós-traumático após eventos traumáticos. Além disso, vulnerabilidades genéticas em comum podem ajudar a explicar esse padrão de comorbidades. No entanto, diante dos poucos estudos encontrados, mais trabalhos são necessários para avaliar adequadamente essas comorbidades e suas implicações clínicas e terapêuticas.OBJECTIVE: To review studies that have evaluated the comorbidity between posttraumatic stress

  4. Transtornos externalizantes em adultos com TDAH

    OpenAIRE

    Eduardo Schneider Vitola

    2011-01-01

    Objetivos: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), o transtorno de conduta (TC) e o transtorno opositor desafiante (TOD) frequentemente ocorrem juntos na infância. No entanto, a existência e importância destes transtornos na vida adulta ainda é motivo de discussão. Este estudo tem como objetivo avaliar a extensão do impacto da história de TOD e TC na saúde mental global de indivíduos com TDAH persistente. Visa também avaliar a relação desses achados com o modelo de desinibiç...

  5. Associação entre Transtorno Disfórico Pré-menstrual e Transtornos Depressivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Laura Nogueira Pires

    1999-06-01

    Full Text Available O Transtorno Disfórico Pré-menstrual (TDPM é caracterizado por uma constelação de sintomas emocionais e alterações comportamentais, que se manifesta com um padrão temporal cíclico em associação com o período pré-menstrual. A validade de uma categoria diagnóstica psiquiátrica distinta para TDPM ainda é uma questão controversa. Entretanto, inúmeros estudos têm documentado uma associação específica entre mudanças pré-menstruais e transtornos depressivos. A presente revisão tem como objetivo sintetizar os resultados a respeito da semelhança dos sintomas depressivos no TDPM e nos transtornos depressivos, co-morbidade, história familiar e variáveis biológicas. Evidências de que os sintomas pré-menstruais seriam expressão de vulnerabilidade ao desenvolvimento de estados disfóricos (depressão e ansiedade, assim como as implicações diagnósticas dessa proposta são comentados.Premenstrual Dysphoric Disorder (PMDD is characterised by a myriad of emotional symptoms and behavioural alterations, which occur with a cyclic temporal pattern associated with the pre-menstrual period. The validity of an isolated psychiatric diagnostic category for PMDD remains controversial. However, research results have been showing a specific association between pre-menstrual changes and depressive disorder. The present review has as objective to sintethise the results on similarity between depressive symptoms in PMDD and in the depressive disorders, comorbidity, family history and biological variables. Evidences suggesting that the pre-menstrual symptoms would be expression of a vulnerability to the development of dysphoric states (depression and anxiety as well as diagnostic implications of such proposals are discussed.

  6. O insight no transtorno bipolar: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael de Assis da Silva

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivos Realizar uma revisão sistemática para compreender que fatores estão relacionados a uma maior ou menor consciência de morbidade no transtorno bipolar (TB, como o insight varia em função do estado afetivo e estabelecer uma comparação com outros transtornos mentais. Métodos Realizou-se uma revisão sistemática da literatura científica sobre o insight em pacientes com TB. Foram buscados estudos clínicos originais sobre o tema nas bases de dados Medline, ISI e SciELO. Os termos de busca empregados foram: “insight” OR “awareness” AND “bipolar” OR “mania” OR “manic”. Resultados Foram selecionados 55 artigos. O insight no TB parece ser mais prejudicado do que na depressão unipolar, porém menos do que na esquizofrenia. Com relação ao TB, um menor nível de insight está relacionado à presença de sintomas psicóticos e de alterações cognitivas. Além disso, um comprometimento do insight está associado a uma menor adesão ao tratamento. Por outro lado, uma maior preservação do insight pode estar associada a maior ideação suicida. Finalmente, a fase maníaca cursa com um nível inferior de insight quando comparada à fase depressiva ou de eutimia. Conclusão No TB, o insight está significativamente prejudicado, especialmente na mania. Diversos fatores clínicos parecem influenciar o nível de insight.

  7. Depression, alcohol use disorders and nicotine dependence among patients at a general hospital Depressão, transtornos decorrentes do uso de álcool e dependência de nicotina no hospital geral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neury José Botega

    2010-09-01

    perfis de pacientes associados a depressão, transtornos por uso de álcool e dependência de nicotina em indivíduos internados em um hospital geral universitário. MÉTODO: 4.352 pacientes internados consecutivamente foram avaliados pelas escalas Hospital Anxiety and Depression e Alcohol use Disorder Identification Test. Eles também foram questionados sobre uso diário de cigarros ao longo do último mês. Análises de regressão logística múltipla foram realizadas. RESULTADOS: 56,6% eram de sexo masculino, e a média de idade foi de 49,3 anos. As taxas de prevalência de depressão, transtornos por uso de álcool e dependência de nicotina foram, respectivamente, 14%, 9,8% e 16,9%. Na análise multivariada, depressão associou-se a tentativa prévia de suicídio (OR = 8,7, menor escolaridade (3,6, uso prévio de psicofármacos (3,1, câncer (1,7 e dor (1,7. Transtornos por uso de álcool associaram-se a sexo masculino (OR = 6,3, tabagismo (3,5, internação por uma causa externa (2,4, notadamente acidentes automobilísticos, e tentativa prévia de suicídio (2,3. A dependência de nicotina associou-se a transtornos por uso de álcool (OR = 3,4, idade adulta jovem (2,3, viuvez (2,2 e tentativa prévia de suicídio (1,8. CONCLUSÃO: Esta é a maior amostra de pacientes clínicos e cirúrgicos, internados num hospital geral brasileiro, avaliados com instrumentos padronizados. Houve considerável prevalência de transtornos mentais, e os respectivos perfis dos pacientes enfatizam a necessidade de se desenvolver métodos mais eficientes de detecção e de manejo desses transtornos. A internação hospitalar deveria ser tomada como um marco na vida de uma pessoa, a partir do qual se detecta um transtorno psiquiátrico e estratégias específicas de tratamento são implementadas.

  8. O retorno da estimulação cerebral na terapêutica dos transtornos neuropsiquiátricos: o papel da estimulação magnética transcraniana na prática clínica The answer of the transcranial magnetic stimulation in the brain desordes: transcranial magnetic stimulation in the clinical practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Fregni

    2004-01-01

    Full Text Available Estimulação magnética transcraniana (EMT é uma nova técnica capaz de estimular o cérebro humano com algumas vantagens sobre as já existentes. A EMT é indolor, não-invasiva, simples de ser aplicada e, mais importante, é considerada de baixo risco para pesquisas em seres humanos. Essa nova ferramenta tem sido proposta para ser usada como tratamento de diversas doenças neurológicas e psiquiátricas. A EMT pode atuar modulando a excitabilidade cortical no cérebro humano. Portanto, essa técnica pode ser usada no tratamento de patologias cerebrais que cursem com alterações de excitabilidade cortical, como epilepsia, acidente vascular cerebral, distonia, doença de Parkinson, depressão e esquizofrenia. Alguns desses transtornos têm sido extensivamente estudados, tal como a depressão, porém os resultados ainda não permitem a aplicação desse método na prática clínica. Entretanto, no futuro, a EMT pode se tornar uma poderosa ferramenta na terapêutica em neuropsiquiatria. O objetivo do autor nesta revisão foi de apresentar os princípios básicos da EMT e discutir os resultados preliminares dos estudos publicados sobre o uso dessa técnica no tratamento das doenças psiquiátricas e neurológicas.Transcranial magnetic stimulation (TMS is a new technique capable of stimulating the brain with some advantages over existing ones. TMS is painless, non-invasive, simple to apply and, more importantly, it is considered of low risk for research in human. This new tool has been proposed to be used in several neurologic and psychiatric diseases. The mechanism of TMS action might be based on the modulation of cortical brain excitability. Therefore, brain disorders with cortical excitability dysfunction such as epilepsy, stroke, distonia, Parkinson disease, depression and schizophrenia may be benefited from this method. Some of these disorders have been extensively studied during the last decade - such as depression - but the results to date

  9. Afasia global sem hemiparesia: AVC ou transtorno conversivo?

    OpenAIRE

    Negreiros,Daniel Philippi de; Fregni,Felipe; Scalco,Andréia Zavaloni

    2007-01-01

    CONTEXTO: A realização de diagnóstico neurológico e psiquiátrico em ambiente de emergência hospitalar com freqüência é uma tarefa complexa e exige colaboração interdisciplinar. Um dos diagnósticos diferenciais de doenças neurológicas é o transtorno conversivo, cuja característica principal é a presença de sintomas afetando funções motoras ou sensoriais, que sugerem desordem clínica ou neurológica, porém sem doença orgânica subjacente que explique o quadro. RELATO DE CASO: Os autores relatam o...

  10. Adesão ao tratamento no transtorno bipolar

    OpenAIRE

    Santin,Aida; Ceresér,Keila; Rosa,Adriane

    2005-01-01

    O transtorno bipolar (TB) é uma doença crônica, recorrente, presente em 1,5% da população, estando associada a altas taxas de mortalidade e prejuízos socioeconômicos. O lítio, a carbamazepina e o ácido valpróico são os estabilizadores de humor mais usados. Em tratamentos prolongados, como é o caso do TB, a má-adesão dos pacientes é uma das maiores dificuldades. Verifica-se que fatores ligados ao paciente, aos medicamentos e aos médicos possam ser responsáveis pela baixa adesão. A psicoeducaçã...

  11. Questões relacionadas ao gênero no diagnóstico e classificação de transtornos por uso de álcool entre pacientes mexicanos que buscam serviços especializados Gender-related issues in the diagnosis and classification of alcohol use disorders among Mexican patients seeking specialized services

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shoshana Berenzon

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi examinar o papel do gênero no endosso dos sintomas incluídos tanto na Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição quanto no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição. MÉTODO: Seiscentos pacientes tratados por problemas ligados ao álcool em serviços ambulatórios de saúde no México foram avaliados com o Módulo sobre Abuso de Substâncias da Composite International Diagnostic Interview. RESULTADOS: A análise fatorial confirmatória com a Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição e o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição produziu dois fatores, que incluíram uma combinação de abuso/uso nocivo de álcool e sintomas de dependência, que explicaram 40% e 49,2% da variância total, respectivamente. No grupo de pacientes abuso/uso nocivo, os sintomas e as consequências sociais diferiram entre os gêneros: síndrome de abstinência, falta de controle e problemas jurídicos foram mais frequentes nos homens, enquanto as mulheres apresentaram maiores taxas de tentativas de abandonar o álcool e dificuldades para realizar atividades diárias. Fatores específicos de gênero diferenciaram abuso/uso nocivo da dependência, como a perda de controle e o tempo gasto para beber, no caso dos homens, e do desejo de beber entre as mulheres, de acordo com os critérios de dependência do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição, e presença de sintomas físicos em homens, problemas sociais/família, e desejo e esforço fútil de parar de beber em mulheres, segundo o critério de dependência da Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição. CONCLUSÃO: Futuros sistemas de classificação da toxicomania devem levar em conta as diferenças entre os sexos, a fim de ajudar a suprimir a lacuna de tratamento para as mulheres.OBJECTIVE: The objective of the study was to examine the role of gender in the

  12. Comorbidade entre bulimia e transtorno de personalidade borderline: implicações para o tratamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno de Paula Rosa

    2011-06-01

    Full Text Available O estudo investiga o manejo clínico de pacientes com comorbidade entre transtorno alimentar e transtorno de personalidade borderline. Utilizou-se como estratégia metodológica o estudo de caso e o enfoque psicanalítico para análise dos dados. Após revisão teórica do tema, acompanha-se a evolução do tratamento por meio de vinhetas clínicas. Finalmente, postula-se o lugar do terapeuta como alguém que oferece um ambiente de confiança e acolhimento do sofrimento do paciente.

  13. Psiconeuroendocrinologia do transtorno de estresse pós-traumático

    OpenAIRE

    Ruiz,Juliana Elena; Barbosa Neto,Jair; Schoedl,Aline Ferri; Mello,Marcelo Feijo

    2007-01-01

    OBJETIVO: Os autores realizaram uma revisão tradicional da literatura sobre os achados neurobiológicos das disfunções do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal associados ao transtorno de estresse pós-traumático. MÉTODO: Os achados científicos relevantes foram descritos de acordo com a ordem cronológica de publicação e as características dos estudos, se eram pré-clínicos, relacio-nados à violência precoce como fator de risco e, finalmente, achados clínicos em pacientes portadores de transtorno de...

  14. Cerebellum and psychiatric disorders O cerebelo e os transtornos psiquiátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Baldaçara

    2008-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The objective of this update article is to report structural and functional neuroimaging studies exploring the potential role of cerebellum in the pathophysiology of psychiatric disorders. METHOD: A non-systematic literature review was conducted by means of Medline using the following terms as a parameter: "cerebellum", "cerebellar vermis", "schizophrenia", "bipolar disorder", "depression", "anxiety disorders", "dementia" and "attention deficit hyperactivity disorder". The electronic search was done up to April 2008. DISCUSSION: Structural and functional cerebellar abnormalities have been reported in many psychiatric disorders, namely schizophrenia, bipolar disorder, major depressive disorder, anxiety disorders, dementia and attention deficit hyperactivity disorder. Structural magnetic resonance imaging studies have reported smaller total cerebellar and vermal volumes in schizophrenia, mood disorders and attention deficit hyperactivity disorder. Functional magnetic resonance imaging studies using cognitive paradigms have shown alterations in cerebellar activity in schizophrenia, anxiety disorders and attention deficit hyperactivity disorder. In dementia, the cerebellum is affected in later stages of the disease. CONCLUSION: Contrasting with early theories, cerebellum appears to play a major role in different brain functions other than balance and motor control, including emotional regulation and cognition. Future studies are clearly needed to further elucidate the role of cerebellum in both normal and pathological behavior, mood regulation, and cognitive functioning.OBJETIVO: Este artigo de atualização tem como objetivo avaliar estudos em neuroimagem estrutural e funcional a fim de explorar o papel do cerebelo na patofisiologia dos transtornos psiquiátricos. MÉTODO: Uma revisão não sistemática foi realizada através do Medline utilizando-se como parâmetro os seguintes termos: "cerebellum", "cerebellar vermis", "schizophrenia

  15. Os transtornos da alimentação sob a ótica dos profissionais de enfermagem Los trastornos de la conducta alimentaria bajo la óptica de profesionales de enfermería Eating disorders under the optics of nursing staff

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Helena Grando

    2006-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar as representações sociais da equipe de enfermagem acerca dos transtornos da alimentação. MÉTODOS: pesquisa qualitativa, descritiva, exploratória, na qual foram entrevistados 12 profissionais, cujos relatos foram analisados sob a ótica da representação social. RESULTADOS: os dados foram submetidos à análise de conteúdo, da qual emergiram duas categorias - "A construção do conhecimento" e "Campo das ações/sentimentos" que compreende temas como controle/limite, em que o sofrimento psíquico do trabalhador é mais evidente, principalmente na iminência do suicídio. DISCUSSÃO: as representações sociais dos profissionais mostram-se ancoradas num discurso médico-científico, numa interface com o conhecimento prático da vivência cotidiana. CONCLUSÃO: precisamos atentar para o conteúdo afetivo-simbólico que os indivíduos imprimem nas relações e cuidar de todos os envolvidos nesse processo.OBJETIVOS: identificar las representaciones sociales del equipo de enfermeros acerca de los trastornos de la conducta alimentaria. MÉTODOS: pesquisa cualitativa, descriptiva, exploratoria, en la cual fueron entrevistados 12 profesionales, cuyos relatos fueron analizados bajo la óptica de la representación social. RESULTADOS: la primera categoría de análisis, "La construcción del conocimiento" comprende síntomas físicos, psíquicos y factores psicosociales y la segunda, "Campo de las acciones/sentimientos", comprende temas como control /límite, donde el sufrimiento psíquico del trabajador es más evidente, sobretodo en la eminencia del suicidio. DISCUSIONES: las representaciones sociales de los trabajadores muestran-se ancladas en un discurso médico científico, en una integración con el conocimiento práctico de la vivencia cotidiana. CONCLUSIÓN: hay la necesidad de llamar la atención para el contenido afectivo-simbólico de las relaciones y cuidar de todos los enredados en estas.OBJECTIVES: to identify

  16. Comorbidade no transtorno de estresse pós-traumático: regra ou exceção?

    OpenAIRE

    Margis,Regina

    2003-01-01

    O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) com frequência ocorre conjuntamente com outros transtornos psiquiátricos. Este artigo revisa o TEPT e comorbidades, tais como: transtornos de ansiedade, uso de substâncias, transtorno de humor, tentativas de suicídio, transtorno dissociativo e transtorno somatoforme.

  17. Experiências dos familiares de pessoas com transtorno mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Idalino da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo fue conocer experiencias de familias de personas con trastorno mental en municipios de pequeño porte, en el Alto Sertão Paraibano, Brasil. Investigación exploratoria, cualitativa, llevada a cabo con 14 parientes. La recolección de datos se llevó a cabo en febrero y marzo de 2013, utilizando la técnica de historia oral de vida, basada en guión semiestructurado de preguntas. Para interpretación de los datos, se utilizó el análisis de contenido temático. Los resultados señalaron expresivo sufrimiento y dificultades de la familia en la atención a la persona con trastorno mental, ya que se sentían solos, a menudo sin apoyo familiar, político y profesional. La sobrecarga de estas familias fue destacada por enfermedades crónicas, uso de medicamentos y separación matrimonial. La mejora de los servicios de salud existentes y la formulación de políticas municipales podrán promover mejor calidad de vida a estas personas.

  18. Depressão como causa de afastamento do trabalho: um estudo com professores do ensino fundamental = Depression as cause of work leave: a study with elementary school teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Batista, Jaqueline Brito Vidal

    2013-01-01

    Full Text Available Chamando a atenção para a prevalência da depressão na categoria docente, este estudo identificou afastamentos do trabalho de professores da rede municipal da cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil, em decorrência de transtornos mentais, especificamente, depressão. É um estudo descritivo, retrospectivo, transversal, quantitativo, baseado no universo de 414 fichas médicas individuais de professores, entre os anos de 1999 e 2006, cujos diagnósticos para o afastamento do trabalho correspondiam a transtornos mentais. Os resultados mostram que, das 414 licenças no período estudado, 211 (51% foram devido à depressão, subdividindo-se por faixa etária da seguinte forma: entre os 30 e 39 anos de idade, 77,7% das licenças foram por outros transtornos mentais e 22,3% por depressão; entre os 40 e 49 anos de idade, 46,7% das licenças deram-se em decorrência de outros transtornos mentais e 53,3% por depressão; entre os 60 e 69 anos de idade, 33,3% dos motivos das licenças foram outros transtornos mentais e 66,7% por depressão. Entre as mulheres, 50,5% das licenças por transtornos mentais foram devido à depressão

  19. Fluvoxamina no transtorno depressivo maior: um estudo multicêntrico aberto Fluvoxamine in the treatment of major depressive disorder: an open multicentric study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Alberto Del Porto

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho estudou a eficácia e a tolerabilidade da fluvoxamina no tratamento, de forma aberta, sem comparação com placebo ou outros agentes, por 6 semanas, de pacientes com o diagnóstico de transtorno depressivo maior (TDM. Constitui-se em objetivo secundário do estudo avaliar os efeitos da fluvoxamina sobre o sono dos pacientes. MÉTODOS: Foram incluídos 104 pacientes, maiores de 18 anos, com o diagnóstico de TDM, de acordo com os critérios do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 4ª edição (DSM-IV, e com escores, na Escala de Hamilton para Depressão, versão de 17 itens (HAM-D 17, de 17 pontos ou mais. Avaliou-se a eficácia da fluvoxamina por meio das Escalas HAM-D 17 e da CGI (Impressão Clínica Global. A análise dos itens 4, 5 e 6 da HAM-D 17 foi utilizada para a avaliação do sono dos pacientes. Avaliaram-se a segurança e a tolerabilidade da fluvoxamina ao longo das 6 semanas, registrando-se quaisquer eventos adversos. A fluvoxamina foi inicialmente ministrada em doses de 50 ou 100 mg/dia, podendo haver aumentos progressivos até 300 mg/dia. RESULTADOS: Dos 104 pacientes incluídos, 81 (78% concluíram o estudo. Obtiveram resposta favorável (diminuição de 50% ou mais na HAM-D 17 69% dos pacientes, e a taxa de remissão (HAM-D 17 OBJECTIVE: This research studied the efficacy and tolerability of fluvoxamine in the treatment of major depressive disorder (MDD, during 6 weeks, in an open trial, without placebo or active comparator. A secondary objective was the evaluation of the effects of fluvoxamine on the sleep of the pacients. METHODS: 104 patients were inicially included, with the diagnosis of MDD in accordance to the criteria of the Diagnostic and Statistical Manual for Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV. Patients should have scores > 17 in the Hamilton Depression Scale for Depression 17 itens (HAM-D 17. The efficacy of fluvoxamine was studied through the HAM-D 17 and CGI (Clinical

  20. Using selected scenes from Brazilian films to teach about substance use disorders, within medical education Usando cenas selecionadas de filmes brasileiros para ensino a respeito dos transtornos relacionados ao uso de substâncias, na educação médica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Mauricio Castaldelli-Maia

    2012-01-01

    Full Text Available CONTEXT AND OBJECTIVES: Themes like alcohol and drug abuse, relationship difficulties, psychoses, autism and personality dissociation disorders have been widely used in films. Psychiatry and psychiatric conditions in various cultural settings are increasingly taught using films. Many articles on cinema and psychiatry have been published but none have presented any methodology on how to select material. Here, the authors look at the portrayal of abusive use of alcohol and drugs during the Brazilian cinema revival period (1994 to 2008. DESIGN AND SETTING: Qualitative study at two universities in the state of São Paulo. METHODS: Scenes were selected from films available at rental stores and were analyzed using a specifically designed protocol. We assessed how realistic these scenes were and their applicability for teaching. One author selected 70 scenes from 50 films (graded for realism and teaching applicability > 8. These were then rated by another two judges. Rating differences among the three judges were assessed using nonparametric tests (P 8 were defined as "quality scenes". RESULTS: Thirty-nine scenes from 27 films were identified as "quality scenes". Alcohol, cannabis, cocaine, hallucinogens and inhalants were included in these. Signs and symptoms of intoxication, abusive/harmful use and dependence were shown. CONCLUSIONS: We have produced rich teaching material for discussing psychopathology relating to alcohol and drug use that can be used both at undergraduate and at postgraduate level. Moreover, it could be seen that certain drug use behavioral patterns are deeply rooted in some Brazilian films and groups.CONTEXTO E OBJETIVOS: Temas como o abuso de álcool e drogas, dificuldades nos relacionamentos, psicoses, autismo e transtornos de personalidade são largamente usados em filmes. Os filmes têm sido cada vez mais utilizados para ensinar psiquiatria e condições psiquiátricas em diferentes ambientes culturais. Existem muitos artigos

  1. O PERFIL DOS GESTORES: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DOS MODELOS MENTAIS E DAS COMPETÊNCIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Sperandio Milan

    2012-12-01

    Full Text Available The performance of the organizations depends on the quality of its humans resources (NAQVI, 2009. In this matter, the concern with the mental models and the team skills demonstrates to be an essential activity to leverage a better organizational performance. From an exploratory study with two hundred and ninety four managers of private organizations from several segments of business located in the mountain region of Rio Grande of South, this study objective is to identify how managers configure their mental models about the concept of manager and have a better understanding about which skills are more present in this managers. Being the mental models a systemic construction, it may be configured from the assortment of sensitive, symbolic, cognitive, emotional and axiomatic elements (DE TONI, 2005; SCHUKER et al.,2009, that for the managers analyzed there is a bigger emphasis to the rational dimension and a small one on the emotional dimension. The professional skills that prevail in their mental models are the managerial and technic or functional. What was also observed was that the human skills, such as ethics, initiative, the awareness of quality at work, the creativity, the opening to changes and the learning are the skills that are more encouraged and appreciated by the managers on the team. The mental models and the skills are factors that influences the behavior of the managers and consequently on the organizational performance.

  2. Transtornos de personalidade em pacientes com fobia social Personality disorders in a sample of social phobics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tito Paes de Barros Neto

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar se outros transtornos de personalidade, além do transtorno de personalidade esquiva, ocorrem entre fóbicos sociais. Vinte e dois pacientes com diagnóstico de fobia social de acordo com os critérios do DSM-III-R foram avaliados através do Inventário Multifásico Minnesota de Personalidade (MMPI, da Entrevista Estruturada para Distúrbios de Personalidade do DSM-III-R (SIDP-R e do Exame do Estado Psíquico (PSE. Catorze pacientes (64% da amostra receberam pelo menos um diagnóstico de transtorno de personalidade - todos estes receberam o diagnóstico de transtorno de personalidade esquiva. Metade dos pacientes que recebeu o diagnóstico de transtornos de personalidade apresentou dois ou mais transtornos de personalidade. O transtorno de personalidade paranóide foi diagnosticado em seis pacientes (27%. Dez pacientes (46%, avaliados através do MMPI, apresentaram escore patológico na escala paranóia (Pa. Outros traços patológicos de personalidade foram observados nas escalas depressão (D, histeria (Hy e introversão-extroversão (Si do MMPI. Idéias de referência não-delirantes (IR do PSE ocorreram em 19 pacientes. O transtorno de personalidade paranóide foi diagnosticado com freqüência maior neste estudo do que na maioria dos estudos realizados com fóbicos sociais. Isso parece ter ocorrido por sobreposição de critérios diagnósticos pouco específicos e também por auto-referência e traços paranóides de personalidade, como hipersensibilidade e preocupação com a opinião alheia.The aim of this study was to investigate if other comorbid personality disorders, other than avoidant personality disorder, occur among social phobics. Twenty-two patients with a social phobia diagnosis according to DSM-III-R criteria were evaluated by using the Minnesota Multiphasic Personality Inventory (MMPI, the Structured Interview for DSM-III-R Personality Disorders (SIDP-R and the Present State

  3. Neurobiologia do transtorno de humor bipolar e tomada de decisão na abordagem psicofarmacológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado-Vieira Rodrigo

    2003-01-01

    Full Text Available O Transtorno do Humor Bipolar (THB caracteriza-se por oscilações do humor que causam prejuízos significativos no âmbito biopsicossocial. O interesse da comunidade científica por este transtorno vem aumentando nos últimos cinco anos em função de sua crescente prevalência associada ao refinamento diagnóstico, à ampliação do arsenal terapêutico e ao conhecimento dos avanços nas pesquisas da neurobiologia do transtorno. A presente revisão aborda questões diagnosticas e terapêuticas aplicadas à neurobiologia dos THB, relacionando-as diretamente à terapêutica dos quadros de mania, hipomania, estados mistos, depressão bipolar e ciclagem rápida, da infância à idade adulta. São revisados criticamente importantes estudos realizados com diferentes fármacos potencialmente eficazes como estabilizadores do humor, nos diversos subdiagnósticos do THB. São analisados fármacos, tais como o lítio, anticonvulsivantes, antipsicóticos, benzodiazepínicos, bloqueadores dos canais de cálcio e hormônio tireoideo, bem como as possíveis bases biológicas para seus efeitos terapêuticos. Em síntese, este trabalho aborda os avanços da psicofarmacologia cuja eficácia é comprovada nos subtipos do THB, procurando relacioná-los com a neurobiologia deste transtorno.

  4. Transtornos alimentares em escolares Eating disorders in school children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João E. M Vilela

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho investiga a freqüência de possíveis transtornos da alimentação e comportamentos alimentares inadequados em crianças e adolescentes de seis cidades do interior de Minas Gerais, uma vez que a maioria dos autores afirma uma prevalência maior em países desenvolvidos. MÉTODOS: Este é um estudo transversal onde foram aplicadas as auto-escalas BITE (Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh, EAT (Teste de Atitudes Alimentares e Teste de Imagem Corporal em 1.807 estudantes de escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio, com idade entre 7 e 19 anos. RESULTADOS: De acordo com a auto-escala EAT, 241 alunos (13,3% apresentaram possíveis transtornos de alimentação, com predominância significativa do sexo feminino. E, segundo a auto-escala BITE, 19 estudantes (1,1% apresentaram um escore compatível com bulimia nervosa. Encontramos 1.059 alunos (59% insatisfeitos com sua imagem corporal, 731 alunos (40% em uso de dieta para emagrecer e 1.014 alunos (56% que praticavam atividade física com a finalidade de perder peso. Os episódios bulímicos foram encontrados em 218 alunos (12%, e 175 alunos (10% utilizavam métodos purgativos para perder peso. CONCLUSÕES: Este estudo mostra uma alta prevalência de possíveis transtornos alimentares na população estudada, assim como comportamentos alimentares inadequados, principalmente em adolescentes do sexo feminino. Os resultados são semelhantes aos encontrados nos países considerados desenvolvidos. Concluímos que esses achados são relevantes para a clínica da criança e do adolescente e que podem proporcionar futuros trabalhos onde poderemos compreender melhor os possíveis fatores de risco para esses transtornos da alimentação.OBJECTIVE: To determine the prevalence of possible eating disorders and inappropriate eating behaviors in school children from six municipalities in the state of Minas Gerais, Brazil. METHODS: Cross-sectional study. The Bulimic

  5. Emetofobia: revisão crítica sobre um transtorno pouco estudado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Paula Leite

    2011-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A emetofobia ou fobia de vômitos - que inclui o medo excessivo de vomitar ou de ver outras pessoas vomitando e pode ser desencadeado por estímulos internos e externos - é um transtorno mental complexo e pouco conhecido. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo levantar os conhecimentos disponíveis sobre diversos aspectos do quadro. MÉTODO: Revisão convencional da literatura dos últimos 30 anos utilizando como estratégia de busca as seguintes palavras-chave: "emetofobia", "emetofóbico", "medo de vomitar", "fobia de vomitar" e"fobia de vômito". Foram incluídos artigos sobre epidemiologia, fenomenologia, diagnóstico diferencial e tratamento da emetofobia, assim como artigos referidos nestes. RESULTADOS: Não há dados de prevalência na população geral e pouco se sabe sobre a etiologia da emetofobia. A maioria dos estudos aponta predominância no sexo feminino, início precoce e curso crônico. Os comportamentos de esquiva podem impactar negativamente a vida ocupacional, social e familiar. Os principais diagnósticos diferenciais são: transtorno de pânico com agorafobia, fobia social, anorexia nervosa e transtorno obsessivo-compulsivo. Estudos de tratamento se resumem a relatos de casos e não há ensaios clínicos controlados, mas intervenções cognitivo-comportamentais parecem ser promissoras. CONCLUSÃO: Mais estudos são necessários para melhor compreensão sobre a epidemiologia, o quadro clínico, a etiologia, a classificação e o tratamento da emetofobia.

  6. A influência do afastamento por acidente de trabalho sobre a ocorrência de transtornos psíquicos e somáticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabethe Cristina Borsonello

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo verificar a associação entre o afastamento por acidente de trabalho e a ocorrência de ansiedade e de depressão, averiguando se houve desencadeamento de transtornos somáticos e/ou transtornos nas relações sociais dos indivíduos. Em todos os casos estudados, constatamos que houve aumento significativo de sintomas após o afastamento e que o retorno ao trabalho foi impossibilitado devido à persistência da patologia e ao desenvolvimento de outras manifestações. Assim, o afastamento pôde ser considerado um estímulo estressor, pois além de causar transtornos psíquicos provocou alterações orgânicas.

  7. Propriedades psicométricas da Escala de Responsividade Social-2 para Transtornos do Espectro Autista

    OpenAIRE

    Barbosa, Izabela Guimarães; Rodrigues, David Henrique; Rocha, Natália Pessoa; Simões-e-Silva, Ana Cristina; Teixeira, Antônio Lúcio; Kummer, Arthur

    2015-01-01

    Objetivo O objetivo deste trabalho foi avaliar as propriedades psicométricas da versão em português da Escala de Responsividade Social-2 (ERS-2) para crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista (TEA). Métodos A ERS-2 foi respondida pelos pais de 90 pacientes com TEA e 25 controles saudáveis. Análises quanto à validade discriminante, índices de confiabilidade e separação, de adequação e calibração dos itens pelo modelo Rasch foram realizadas. Resultados A ERS-2 demonstrou b...

  8. Transtorno afetivo bipolar: perfil farmacoterapêutico e adesão ao medicamento

    OpenAIRE

    Miasso,Adriana Inocenti; Carmo,Bruna Paiva do; Tirapelli,Carlos Renato

    2012-01-01

    Este estudo teve como objetivos verificar a adesão de portadores de transtorno afetivo bipolar (TAB) à terapêutica medicamentosa e identificar possíveis causas de adesão e não adesão ao medicamento de acordo com o perfil farmacoterapêutico. Trata-se de estudo transversal, descritivo, realizado em Núcleo de Saúde Mental de um município do interior paulista. Participaram do estudo 101 pacientes com TAB. Para coleta dos dados, utilizou-se a entrevista estruturada e o teste de Morisky-Green e, pa...

  9. Distintos padrões de apoio social percebido e sua associação com doenças físicas (hipertensão, diabetes ou mentais no contexto da atenção primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Ingrid Souza Aragão

    Full Text Available Resumo Este trabalho discute a relação entre hipertensão, diabetes, ansiedade, depressão e apoio social no contexto da atenção primária. O objetivo desta pesquisa foi detectar, na amostra pesquisada, a associação entre: adoecimento físico, adoecimento psíquico, rede de apoio e apoio social percebido. Este estudo é um corte transversal inserido numa pesquisa maior financiada pela Organização Panamericana da Saúde e realizada no município de Petrópolis (RJ em 2002. A amostra foi constituída de 714 pacientes com idade entre 18 e 65 anos. Os resultados demonstraram associação entre variáveis da rede de apoio tanto com a presença de hipertensão ou diabetes, como de transtornos mentais comuns, porém com padrões distintos. Enquanto nos pacientes portadores de hipertensão e diabetes, as associações com o apoio percebido foram positivas, naqueles portadores de Transtorno Mental Comum elas foram negativas, associadas de forma invertida ao grau de adoecimento psíquico.

  10. Família e transtornos alimentares: as representações dos profissionais de enfermagem de uma instituição universitária de atenção à saúde mental Familia y trastornos alimenticios: las representaciones de los profesionales de enfermería de un hospital de salud mental Family and eating disorders: representations among nursing staff at a mental health university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucia Helena Grando

    2005-12-01

    Full Text Available O estudo é qualitativo, de caráter descritivo, cujo recorte se constitui na questão da família da pessoa com transtorno alimentar. Portanto, buscou-se contextualizar essa temática e apreender, dos relatos dos profissionais entrevistados, as representações acerca da família desses pacientes e sua influência na gênese e no desenvolvimento da doença. Inicialmente, os dados apontaram para representações da família como um grupo social primário que faz cobranças e que, como elemento formador, tem participação na origem do distúrbio. Posteriormente, o tema família surge mais encaminhado para a compreensão da mesma como elemento mantenedor do transtorno alimentar, na qual os limites pouco definidos entre os membros conturbam a relação, evidenciando muitas vezes a alteração na hierarquia: os pais passam a ser controlados pelo filho.Este estudio es cualitativo, de carácter descriptivo, cuyo recorte es la familia de la persona con trastorno alimenticio. Para tanto, se buscó contextualizar tal temática y aprehender, de los relatos de los profesionales entrevistados, las representaciones a cerca de la familia de esos pacientes y su influencia en la génesis y desarrollo de la enfermedad. Inicialmente, los datos apuntaron hacia representaciones de la familia como un grupo social primario que hace cobranzas y que, como instancia formadora, tiene participación en el origen del disturbio. Posteriormente, el tema familia surge destinada a la comprensión de la misma, como elemento de manutención del trastorno alimenticio, en la cual los límites poco definidos entre los miembros turban la relación, evidenciando muchas veces alteración en la jerarquía: los padres pasan a ser controlados por el hijo.This qualitative and descriptive study takes the family of patients with eating disorders as a starting point. We aimed to contextualize this theme and apprehend, from the reports of interviewed professionals, their representations

  11. Testes sanguíneos de biomarcadores para diagnóstico e tratamento de desordens mentais: foco em esquizofrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabine Bahn

    2013-01-01

    Full Text Available A descoberta e a aplicação clínica de biomarcadores para desordens mentais são confrontadas com muitos desafios. Em geral, os atuais métodos de descoberta e validação de biomarcadores não produziram os resultados que foram inicialmente aguardados depois da finalização do Projeto Genoma Humano. Isso se deve principalmente à falta de processos padronizados conectando a descoberta de marcadores com tecnologias para a validação e a tradução para uma plataforma que ofereça precisão e fácil uso em clínica. Como consequência, a maior parte dos psiquiatras e praticantes em geral são relutantes em aceitar que testes de biomarcadores pode suplementar ou substituir os métodos de diagnóstico utilizados baseados em entrevista. Apesar disso, agências regulatórias concordam agora que melhoras nos correntes métodos são essenciais. Além disso, essas agências estipularam que biomarcadores são importantes para o desenvolvimento de futuras drogas e iniciaram esforços no sentido de modernizar métodos e técnicas para suportar esses esforços. Aqui revisamos os desafios encontrados por essa tentativa do ponto de vista de psiquiatras, praticantes em geral, agências reguladoras e cientistas de biomarcadores. Também descrevemos o desenvolvimento de um novo teste sanguíneo molecular para esquizofrenia como um primeiro passo a esse objetivo.

  12. Concepções de professoras de ensino fundamental sobre os transtornos de aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís dos Santos Gonçalves

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivo investigar as concepções de professoras de ensino fundamental sobre as Dificuldades Escolares, o Distúrbio de Aprendizagem e a Dislexia. Métodos este é um estudo transversal, realizado com 31 professoras do ensino fundamental de uma cidade do interior do estado de São Paulo. Realizou-se um levantamento por meio de questionário com questões dissertativas. O questionário apresenta questões referentes ao conhecimento do professor em relação à definição, causa e manifestações dos Transtornos de Aprendizagem. Os dados foram analisados quantitativamente por meio da análise comparativa, utilizando-se o teste estatístico Qui-Quadrado, comparando-se o conhecimento de professores de escola pública e particular, e entre os professores com e sem conhecimento prévio sobre o assunto. Adotou-se o nível de significância de 5%. Resultados de maneira geral, as professoras demonstraram dificuldades para definir os transtornos, atribuir suas causas e pontuar as manifestações dos mesmos. Separando-se as professoras pelo tipo de escolas (pública e particular e pelo conhecimento prévio sobre o assunto, não foi observada diferença estatisticamente significante na maioria das respostas. Conclusão as professoras possuem carência em seu repertório conceitual no que se refere às Dificuldades Escolares, os Transtornos de Aprendizagem e a Dislexia, e, portanto, precisam de orientação em relação ao trabalho efetivo com estes alunos.

  13. Clinical expression of obsessive-compulsive disorder in women with bipolar disorder Expressão clínica do transtorno obsessivo-compulsivo em uma amostra de mulheres com transtorno de humor bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cilly Klüger Issler

    2005-06-01

    retrospective non-controlled design.RESUMO OBJETIVO: Estudar características clínicas e psicopatológicas do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC em mulheres com transtorno de humor bipolar (THB. MÉTODOS: Foram estudadas, retrospectivamente, 15 pacientes ambulatoriais com diagnósticos simultâneos de transtorno de humor bipolar I (80,0% ou II (20,0% e transtorno obsessivo-compulsivo. A maioria havia buscado tratamento para transtorno de humor bipolar (80,0%. A avaliação constou da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV (SCID/P, de entrevistas semi-estruturadas para pesquisa de obsessões, compulsões e fenômenos sensoriais que podem preceder as compulsões e de módulo adicional para diagnóstico de tiques motores e vocais crônicos. A gravidade dos sintomas foi investigada através das seguintes escalas: Escala Yale-Brown para Sintomas Obsessivo-Compulsivos, Escala de Avaliação para Depressão de Hamilton e Escala de Avaliação de Mania de Young. RESULTADOS: O transtorno obsessivo-compulsivo teve início precoce em nove (60% casos, instalou-se antes do transtorno de humor bipolar em 10 (66,7% e teve curso crônico flutuante em 13 (86,7%. Houve ampla superposição de tipos de sintomas obsessivo-compulsivos e todas as pacientes apresentaram fenômenos sensoriais precedendo as compulsões. Não houve padrão definido no impacto dos episódios depressivos e maníacos na intensidade dos sintomas obsessivo-compulsivos. Estes aumentaram na depressão e diminuíram na mania em 40,0% dos casos; tiveram o comportamento inverso em 26,7% das pacientes e oscilaram de forma inconsistente nas demais. Diagnosticou-se comorbidade com transtorno de tiques em cinco (33,3% casos. CONCLUSÕES: Nossos resultados sugerem que, em mulheres com comorbidade de transtorno de humor bipolar e transtorno obsessivo-compulsivo, este último apresente características que talvez sejam específicas da associação dos dois transtornos, tais como instalação precoce e presença de fen

  14. Estilos, traços e transtornos da personalidade: inter-relações e diferenças associadas ao sexo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caballo, Vicente E.

    2009-01-01

    Full Text Available A pesquisa da estrutura básica da personalidade é um tema relevante e nos últimos anos as investigações tem se centrado no modelo dos cincos grandes fatores. Este trabalho investiga as relações que existem entre a personalidade normal e a patológica, e entre as relações dos cinco grandes fatores e os transtornos da personalidade do DSM-IV. A amostra foi de 545 universitários. Os instrumentos utilizados foram o Questionário Big Five, o Questionário exploratório da Personalidade e o Inventário Clínico Multiaxial de Millon-II. Os resultados mostram que três fatores, Extroversão, Estabilidade Emocional e Amabilidade, se relacionam significativamente com alguns transtornos. Os homens pontuaram significativamente mais alto que as mulheres nos fatores como Extroversão, Estabilidade Emocional e em os transtornos Anti-social, Narcisista e Sádico. As mulheres tinham pontuações superiores no fator de Amabilidade e nos transtornos Limítrofe, Dependente e Depressivo. São discutidas as implicações desses resultados para a prática clínica

  15. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes de unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Caiuby,Andrea Vannini Santesso; Andreoli,Paola Bruno de Araújo; Andreoli,Sergio Baxter

    2010-01-01

    O transtorno de estresse pós-traumático tem sido descrito em pacientes após tratamento em unidade de terapia intensiva. O objetivo foi revisar estudos sobre os aspectos psicológicos e as intervenções terapêuticas destes pacientes após internação em unidade de terapia intensiva. Trinta e oito artigos foram incluídos. A prevalência de transtorno de estresse pós-traumático variou de 17% a 30% e a incidência de 14% a 24%. Os fatores de risco foram: história prévia de ansiedade, depressão ou pânic...

  16. Anxiety disorders in women: does gender matter to treatment? Transtornos de ansiedade em mulheres: gênero influencia o tratamento?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Kinrys

    2005-10-01

    Full Text Available Women have a substantially higher risk of developing lifetime anxiety disorders compared with men. In addition, research evidence has generally observed an increased symptom severity, chronic course, and functional impairment in women with anxiety disorders in comparison to men. However, the reasons for the increased risk in developing an anxiety disorder in women are still unknown and have yet to be adequately investigated. Evidence from various studies has suggested that genetic factors and female reproductive hormones may play important roles in the expression of these gender differences. The significant differences in onset and course of illness observed in men and women diagnosed with anxiety disorders warrants investigations into the need of differential treatment; however, evidence of gender differences in treatment response to different anxiety disorders are varying and remain largely inconclusive. This article reviews the prevalence, epidemiology, and phenomenology of the major anxiety disorders in women, as well as the implications of such differences for treatment.Mulheres apresentam um risco significativamente maior comparado com o dos homens para o desenvolvimento de transtornos de ansiedade ao longo da vida. Além disso, diversos estudos sugerem maior gravidade de sintomas, maior cronicidade e maior prejuízo funcional dos transtornos de ansiedade entre as mulheres. Apesar disso, os motivos que levam a este aumento de risco no sexo feminino são ainda desconhecidos e precisam ser adequadamente investigados. Vários estudos apresentam evidências de que, entre as prováveis causas dessa diferença entre os sexos, estão os fatores genéticos e a influência exercida pelos hormônios sexuais femininos. As diferenças de gênero encontradas nos transtornos de ansiedade em relação ao início e à evolução da doença indicam que é necessário investigar a necessidade de tratamentos diferenciados para homens e mulheres. Entretanto

  17. Transtorno mental, indicadores demográficos e satisfação com a vida Trastorno mental, indicadores demográficos y satisfacción con la vida Mental disorder, demographic variables and life satisfaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Maffasioli Gonçalves

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a influência de rastreamento positivo para transtornos mentais não-psicóticos, variáveis sociodemográficas e presença de doença crônica não-psiquiátrica nos escores da Escala de Satisfação Com a Vida. MÉTODOS: Participaram do estudo os moradores de uma área atendida pelo Programa de Saúde da Família em Santa Cruz do Sul (RS. De 30 de junho a 30 de agosto de 2006 os participantes responderam ao instrumento de rastreamento psiquiátrico Self-report Questionnaire-20 items e à Escala de Satisfação Com a Vida, esta para avaliar o componente cognitivo do bem-estar subjetivo. RESULTADOS: O total de indivíduos participantes do estudo foi de 625. Ser do sexo feminino apresentou associação significativa e inversa com satisfação com a vida. O mesmo ocorreu entre escores do rastreamento psiquiátrico e da Escala de Satisfação com a Vida. Por outro lado, a idade apresentou associação significativa e positiva com a Escala. Após análise multivariada, todas as três variáveis permaneceram associadas ao desfecho. Indivíduos com doença crônica não-psiquiátrica não diferiram dos sem doença nos escores da Escala de Satisfação com a Vida. CONCLUSÕES: A associação positiva entre a Escala de Satisfação com a Vida e idade está de acordo com sua validação no Brasil. A relação inversa entre escores do instrumento de rastreamento psiquiátrico e a Escala confirma o impacto negativo dos transtornos mentais.OBJETIVO: Analizar la influencia del seguimiento positivo en trastornos mentales no sicóticos, variables sociodemográficas y presencia de enfermedad crónica no siquiátrica en los puntajes de la Escala de Satisfacción Con la Vida. MÉTODOS: Participaron del estudio los habitantes de un área atendida por el Programa de Salud de la Familia en Santa Cruz del Sur (Sur de Brasil. Del 30 de junio al 30 de agosto de 2006 los participantes respondieron al instrumento de seguimiento psiquiátrico Self

  18. Transtornos alimentares e os espectros do humor e obsessivo-compulsivo Eating disorders and the mood and obsessive-compulsive spectrum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo F Fontenelle

    2002-12-01

    Full Text Available Revisamos os estudos clínicos e biológicos que sugerem que os transtornos alimentares (TA são expressões fenotípicas de outros transtornos psiquiátricos e parte de espectros de psicopatologia, em especial dos espectros dos transtornos do humor e do transtorno obsessivo-compulsivo. A investigação da relação entre os TA e outros transtornos psiquiátricos através dos modelos espectrais pode proporcionar um melhor entendimento da fisiopatologia destas síndromes e a elaboração de tratamentos mais eficazes. Entretanto, o reconhecimento de que os TA possuem características peculiares e a adoção de uma postura crítica em relação a modelos que eliminam limites diagnósticos são também fundamentais para a evolução do conhecimento no campo.We reviewed the clinical and biological studies which have suggested that eating disorders (ED are phenotypical expressions of other psychiatric disorders and part of the spectra of other psychopathologies, specially the mood and obsessive-compulsive spectrum disorders. The study of the relationship between ED and other psychiatric disorders using the spectrum model of psychopathology may allow a better understanding of the pathophysiology of such syndromes and tailoring more effective treatments. However, the recognition that ED display particular characteristics and the adoption of a critical view with regard to models that eliminate diagnostic limits may also be important for the advancement in the area of eating behaviors.

  19. Avaliação de Transtornos da Personalidade em Moradores de Rua

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Maria Montiel

    Full Text Available Este estudo teve com objetivo comparar a prevalência de tendências de personalidade patológicas entre moradores de rua, comparando-as com outros grupos. Foram participantes do estudo três grupos agrupados em moradores de rua, psiquiátricos e não psiquiátricos (universitários. Foi instrumento de coleta de dados, o Inventário Dimensional dos Transtornos da Personalidade (IDTP. Este instrumento possibilitou uma avaliação do perfil das tendências dos transtornos da personalidade. Entre os resultados encontrados, destaca-se a elevação em determinadas escalas do IDTP, sugerindo uma tendência para desconfiança, impulsividade, necessidade de atenção e comportamentos excêntricos na amostra de moradores de rua. Como considerações, apesar de suas limitações quanto ao número de participantes restrito a uma região do país, e delineamento correlacional, que não permitem inferências causais mais seguras, considera-se a importância de novas investigações acerca do problema de saúde mental do morador de rua visando demarcar este campo de atuação de modo que novas políticas públicas baseadas em evidências possam ser traçadas para esta problemática.

  20. Associação entre polimorfismos genéticos e transtorno bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica de Medeiros Alves

    2012-01-01

    Full Text Available Transtorno bipolar (TB é uma doença comum que afeta aproximadamente 1% da população. Apresenta características crônicas e agudas graves, com índices de remissão de baixa e alta prevalência de comorbidades clínicas e psiquiátricas. O objetivo do presente artigo é sintetizar dados de vários artigos que investigaram polimorfismos genéticos associados com TB. Dentre os 129 artigos selecionados, identificaram-se 79 (85,87% genes associados com TB. Essa análise identificou cinco genes que são os mais citados na literatura: CANAC1C, DAOA, TPH2, ANK3 e DISC1. Dos 92 genes identificados nesses artigos, 33 (35,87% não mostraram associação com TB. Essa análise mostrou que, apesar dos avanços recentes com relação ao papel do polimorfismo genético na predisposição para TB, mais pesquisas ainda são necessárias para elucidar sua influência sobre esse transtorno.

  1. Fatores associados a sintomas de transtornos alimentares entre escolares da rede pública da cidade do Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaisy Cristina Honorato Santos Alves

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar prevalência e fatores associados aos sintomas de transtornos alimentares entre escolares. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 365 escolares, de 7 a 14 anos de idade, do ensino fundamental de Salvador/BA. Aplicou-se nos escolares 13 anos de idade, o Teste de Atitudes Alimentares-26, o Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh e o Teste de Imagem Corporal. O Child Behavior Checklist foi aplicado para todos os escolares. Coletaram-se dados antropométricos e alimentares, sobre estilo de vida, demográficos, socioeconômicos e puberais. Na análise estatística utilizou-se regressão de Poisson. RESULTADOS: Sintomas de transtornos alimentares estavam presentes em 23% dos escolares. Idade (RP: 1,25; IC95%: 1,11-1,40, insatisfação com imagem corporal (RP: 4,23; IC95%: 2,53-7,08, problema de comportamento de internalização (RP: 1,78; IC95%: 1,11-2,85, substituição das refeições por consumo de balas (RP: 2,14; IC95%: 1,24-3,69, maior consumo de frutas e outros vegetais (RP: 2,49; IC95%: 1,55-3,99 e escolaridade materna de 5ª a 8ª série (RP: 1,95; IC95%: 1,06-3,58 associaram-se ao aumento da ocorrência dos sintomas de transtornos alimentares. CONCLUSÃO: Observou-se alta prevalência de sintomas de transtornos alimentares entre os escolares; fatores sociodemográficos e comportamentais estavam associados ao evento.

  2. Caracterização dos sintomas do Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) em meninas vítimas de abuso sexual Characterization of symptoms of Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) in girls victims of sexual abuse

    OpenAIRE

    Luísa Fernanda Habigzang; Jeane Lessinger Borges; Débora Dalbosco Dell'Aglio; Silvia Helena Koller

    2010-01-01

    O presente artigo descreve a presença de sintomas ou do diagnóstico do Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) em meninas vítimas de abuso sexual. Além disso, buscou-se comparar o uso de dois instrumentos de avaliação diagnóstica do TEPT infantil em duas amostras clínicas. No Estudo I (n=40 meninas), os sintomas foram avaliados através de uma entrevista clínica, baseada no DSM-IV/SCID/TEPT. E no Estudo II (n=15 meninas), através da versão brasileira da K-SADS-PL/TEPT. Os resultados apont...

  3. O transtorno bipolar na mulher Bipolar disorder in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandro de Borja Gonçalves Guerra

    2005-01-01

    Full Text Available Diferenças sexuais, descritas em vários transtornos psiquiátricos, também parecem estar presentes no transtorno afetivo bipolar (TAB. A prevalência do TAB tipo I se distribui igualmente entre mulheres e homens. Mulheres parecem estar sujeitas a um risco maior de ciclagem rápida e mania mista, condições que fariam do TAB um transtorno com curso mais prejudicial no sexo feminino. Uma diátese depressiva mais marcante, uso excessivo de antidepressivos e diferenças hormonais surgem como hipóteses para explicar essas diferenças fenomenológicas, apesar das quais, mulheres e homens parecem responder igualmente ao tratamento medicamentoso. A indicação de anticonvulsivantes como primeira escolha em mulheres é controversa, a não ser para o tratamento da mania mista e, talvez, da ciclagem rápida. O tratamento do TAB na gravidez deve levar em conta tanto os riscos de exposição aos medicamentos quanto à doença materna. A profilaxia do TAB no puerpério está fortemente indicada em decorrência do grande risco de recorrência da doença nesse período. Embora, de modo geral, as medicações psicotrópicas estejam contra-indicadas durante a amamentação, entre os estabilizadores do humor, a carbamazepina e o valproato são mais seguros do que o lítio. Mais estudos são necessários para a confirmação das diferenças de curso do TAB entre mulheres e homens e a investigação de possíveis diferenças na efetividade dos tratamentos.Gender differences, described in several psychiatric disorders, seem to be also present in bipolar disorder (BD. The prevalence of bipolar I disorder is equally distributed between women and men. Women seem to be at higher risk for rapid cycling and mixed mania, conditions that could make BD a disorder with a more severe course in the female sex. A marked depressive diathesis among women, greatest use of antidepressants and hormonal differences have been mentioned as hypotheses to explain these

  4. Bipolar disorder and medication: adherence, patients' knowledge and serum monitoring of lithium carbonate Trastorno bipolar y medicamentos: adhesión, conocimiento de los pacientes y monitorización sérica del carbonato de litio Transtorno bipolar e medicamentos: adesão, conhecimento dos pacientes e monitorização sérica do carbonato de lítio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila de Souza

    2013-04-01

    ún participante del estudio fue alcanzada la proporción de dos litemias/año, que representa la cantidad mínima de litemias preconizada por la literatura para el tratamiento de mantenimiento con carbonato de litio. CONCLUSIÓN: este estudio apunta factores críticos para la promoción de la seguridad del paciente en el seguimiento de la terapéutica medicamentosa con litio. OBJETIVOS: este estudo teve como objetivo caracterizar pacientes com transtorno afetivo bipolar, em uso de lítio, atendidos no ano 2009 em um serviço ambulatorial do interior de São Paulo, Brasil; avaliar a adesão e conhecimento dos mesmos sobre medicamentos prescritos e verificar a proporção de litemias/ano realizadas, no serviço, para cada indivíduo. MÉTODO: trata-se de estudo descritivo, com abordagem quantitativa, do qual participaram 36 pessoas. Foram utilizadas entrevistas estruturadas e revisão de prontuários para coleta de dados e estatística descritiva para análise dos mesmos. RESULTADOS: entre os participantes, foram identificadas dificuldades em relatar a dose dos fármacos prescritos e alta taxa de não adesão. Em nenhum participante do estudo foi atingida a proporção de duas litemias/ano, que representa a quantidade mínima de litemias preconizada pela literatura para o tratamento de manutenção com carbonato de lítio. CONSIDERAÇÕES FINAIS: este estudo aponta fatores críticos na promoção da segurança do paciente no seguimento da terapêutica medicamentosa com lítio.

  5. Transtornos de humor e de ansiedade comórbidos em vítimas de violência com transtorno do estresse pós-traumático

    OpenAIRE

    Quarantini, Lucas de Castro; Rodrigues Netto, Liana; Nascimento, Mônica Andrade; Almeida, Amanda Cristina Galvão Oliveira de; Sampaio, Aline S.; Miranda-Scippa, Angela; Bressan, Rodrigo Affonseca; Koenen, Karestan C.

    2009-01-01

    P. 66-76. OBJETIVO: Buscar estudos que avaliem a comorbidade entre transtorno de estresse pós-traumático e transtornos do humor, bem como entre transtorno de estresse pós-traumático e outros transtornos de ansiedade. MÉTODO: Revisamos a base de dados do Medline em busca de estudos publicados em inglês até abril de 2009, com as seguintes palavras-chave: "transtorno de estresse pós-traumático", "TEPT", "transtorno de humor", "transtorno depressivo maior", "depressão maior", "transtorno bi...

  6. Transtornos de humor e de ansiedade comórbidos em vítimas de violência com transtorno do estresse pós-traumático

    OpenAIRE

    Quarantini,Lucas C.; Netto,Liana R.; Andrade-Nascimento,Monica; Almeida,Amanda Galvão-de; Sampaio,Aline S.; Miranda-Scippa,Angela; Bressan,Rodrigo A.; Koenen,Karestan C.

    2009-01-01

    OBJETIVO: Buscar estudos que avaliem a comorbidade entre transtorno de estresse pós-traumático e transtornos do humor, bem como entre transtorno de estresse pós-traumático e outros transtornos de ansiedade. MÉTODO: Revisamos a base de dados do Medline em busca de estudos publicados em inglês até abril de 2009, com as seguintes palavras-chave: "transtorno de estresse pós-traumático", "TEPT", "transtorno de humor", "transtorno depressivo maior", "depressão maior", "transtorno bipolar", "distimi...

  7. Transtorno de estresse pós-traumático e transtorno de humor bipolar

    OpenAIRE

    Machado Vieira Rodrigo; Gauer Gabriel J C

    2003-01-01

    O Transtorno Bipolar (THB) não é somente uma condição endógena. Severos eventos negativos durante a vida influenciam o desenvolvimento do primeiro episódio e alteram o curso do THB durante a vida. O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) é uma severa e incapacitante doença mental que afeta uma significativa parcela da população, em algum momento de suas vidas. A presença concomitante de TEPT e THB parece mais freqüente que anteriormente sugerido, e pacientes psicóticos com história de t...

  8. Estudo retrospectivo da associação entre transtorno de pânico em adultos e transtorno de ansiedade na infância Retrospective study of the association between adulthood panic disorder and childhood anxiety disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Gus Manfro

    2002-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: A etiologia do transtorno do pânico (TP é provavelmente multifatorial, incluindo fatores genéticos, biológicos, cognitivo-comportamentais e psicossociais que contribuem para o aparecimento de sintomas de ansiedade, muitas vezes durante a infância. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre história de transtornos de ansiedade na infância e transtorno do pânico na vida adulta. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente 84 pacientes adultos com transtorno do pânico quanto à presença de história de transtornos de ansiedade na infância, por meio de uma entrevista estruturada (K-SADS-E e DICA-P. A presença de comorbidades com outros transtornos de ansiedade e de humor foi avaliada por uma revisão de registros médicos. RESULTADOS: Observou-se que 59,5% dos pacientes adultos com TP apresentavam história de ansiedade na infância. Encontrou-se uma associação significativa entre a presença de história de transtorno de ansiedade generalizada na infância e a presença de comorbidades com o TP na vida adulta, como agorafobia (p=0,05 e depressão (p=0,03. CONCLUSÕES: Este estudo sugere que a história de transtorno de ansiedade na infância pode ser considerada um preditor de maior gravidade para o transtorno do pânico na vida adulta.OBJECTIVE: The etiology of panic disorder is probably multifactorial, involving genetic, biological, cognitive-behavioral and psychosocial factors that may contribute to the onset of anxiety symptoms in childhood. The aim of this study is to analyze the relationship between past history of anxiety disorder in childhood and panic disorder in adult life. METHODS: Using a structured interview (K-SADS-E and DICA-P, 84 panic disorder adult patients were interviewed and childhood anxiety disorder was retrospectively investigated. A review of medical registers was performed to assess comorbidities with other anxiety and mood disorders. RESULTS: Of the patients studied, 59,5% had past

  9. Transtorno de estresse pós-traumático e transtorno de humor bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado Vieira Rodrigo

    2003-01-01

    Full Text Available O Transtorno Bipolar (THB não é somente uma condição endógena. Severos eventos negativos durante a vida influenciam o desenvolvimento do primeiro episódio e alteram o curso do THB durante a vida. O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT é uma severa e incapacitante doença mental que afeta uma significativa parcela da população, em algum momento de suas vidas. A presença concomitante de TEPT e THB parece mais freqüente que anteriormente sugerido, e pacientes psicóticos com história de trauma tem sintomas mais severos e maior tendência a abusar de substância psicoativas ilícitas. Pensamentos intrusivos e pesadelos ocorrem com freqüência nos pacientes com TEPT e têm sido associados aos transtornos de humor. O tratamento farmacológico dessa comorbidade ainda está relacionado a estudo empíricos ou não-controlados. Neste artigo, são revisados aspectos atuais relacionados a essa comorbidade e enfatizados aspectos referentes à epidemiologia, etiologia, curso e tratamento farmacológico da comorbidade entre TEPT e THB. Especialmente, este estudo enfatiza a importância de avaliar sistematicamente a história de trauma em pacientes com THB.

  10. Transtornos do espectro do autismo e educação inclusiva: análise de atitudes sociais de professores e alunos frente à inclusão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cláudia Brito

    2017-11-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever as atitudes sociais de professores e alunos que compõem o ambiente escolar de crianças com transtornos do espectro do autismo, acerca da inclusão. Participaram 73 educadores e 116 alunos, de quatro escolas públicas, sendo duas escolas sem experiência de educação inclusiva e duas escolas com crianças com transtornos do espectro do autismo, de 5º. ano, gênero masculino, 10 anos de idade. Foram utilizadas com as duas crianças com transtornos do espectro do autismo provas de avaliação de linguagem e de comportamentos. Para verificar as atitudes sociais dos professores, empregou-se a Escala Likert de Atitudes Sociais em relação à Inclusão e dos alunos a Escala Infantil de Atitudes Sociais. Os resultados mostraram que não houve diferenças nas atitudes sociais dos professores, e que as atitudes sociais expressas pelos colegas da criança com transtornos do espectro do autismo de quadro clínico menos severo foram mais positivas do que as dos outros três grupos.

  11. Genética em transtornos alimentares: ampliando os horizontes de pesquisa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pinheiro Andréa Poyastro

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a literatura atual concernente à pesquisa genética em transtornos do comportamento alimentar e discutir questões relevantes ao desenvolvimento de um projeto de pesquisa genética nessa área no Brasil. MÉTODO: A revisão realizada utilizou a base de dados Medline, no período de 1984 a maio de 2005, com os seguintes termos de busca: "anorexia nervosa", "bulimia nervosa", "eating disorders", "binge eating disorder", "family studies", "twin studies", "molecular genetics studies". RESULTADOS: Os dados atuais apontam para uma contribuição relevante dos fatores genéticos na suscetibilidade à anorexia e à bulimia nervosa. A pesquisa genética com populações miscigenadas deve levar em consideração o tamanho da amostra, a densidade de genotipagem e a estratificação populacional. Através de "admixture mapping" é possível estimar a estrutura genética destas populações e localizar genes relacionados à variação étnica de doenças ou traços de interesse. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de uma grande iniciativa de colaboração em genética de transtornos alimentares no Brasil e na América Latina viabilizará estudar os fatores genéticos em transtornos do comportamento alimentar no contexto de grupos inter-étnicos, e integrar uma nova perspectiva biológica à etiologia destes distúrbios.

  12. Detecção dos transtornos invasivos na criança: perspectiva das mães Detección de los trastornos invasivos en el niño: perspectiva de madres Detection of pervasive disorders in the child: a maternal perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rita Braga

    2004-12-01

    Full Text Available Os Transtornos Invasivos do Desenvolvimento se caracterizam por alterações presentes desde idades precoces e se manifestam nas áreas de desenvolvimento da comunicação, comportamento e relação interpessoal. O objetivo deste estudo foi apreender, através da perspectiva materna, como se deu o processo de detecção desses transtornos. Para tanto, realizou-se um estudo quanti-qualitativo a partir de entrevista semi-estruturada com 20 mães de crianças portadoras desses quadros. A classificação se deu por meio de análise de conteúdo. Os resultados indicaram que o diagnóstico desses transtornos está sendo realizado após a idade preconizada e que os primeiros sinais característicos são percebidos pela família, principalmente, pela mãe. Esses resultados sugerem que os profissionais de saúde infantil parecem não estar sensibilizados para a importância do efetivo acompanhamento do desenvolvimento, o que permitiria a detecção precoce desses desvios, minimizando, assim, seus efeitos negativos presentes e futuros.Los Trastornos Invasivos del Desarrollo se caracterizan por alteraciones presentes en edades precoces y se manifiestan en las áreas de desarrollo de la comunicación, comportamiento y relación interpersonal. El objetivo de este estudio ha sido aprender a través de la perspectiva materna como ocurrió el proceso de detección de estos trastornos. Para eso, se realizó un estudio cuanti-cualitativo a partir de una encuesta semi-estructurada con 20 niños portadores de estos cuadros. La clasificación fue realizada a través de análisis de contenido. Los resultados indicaron que el diagnóstico de estos trastornos está siendo realizado tras la edad preconizada y que las primeras señales características son percibidas por la familia, principalmente por la madre. Estos resultados sugieren que los profesionales de salud infantil parecen no estar sensibilizados para la importancia del efectivo acompañamiento del desarrollo

  13. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares e traços perfeccionistas em atletas de atletismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi analisar a influência do perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares de atletas adolescentes do sexo feminino da modalidade atletismo. Fizeram parte do estudo 52 atletas da modalidade de atletismo de clubes da cidade de São Paulo/SP com idade entre 12 e 17 anos. Utilizaram-se as subescalas do Eating Attitudes Test (EAT-26 e a Multidimensional Perfectionism Scale (MPS para avaliar os comportamentos de risco para os transtornos alimentares e os traços perfeccionistas, respectivamente. Conduziu-se a regressão linear múltipla stepwise para analisar a influência dos perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares. Os resultados indicaram influência da MPS nos escores das subescalas Dieta (F(1, 44 = 5,74; p = 0,05 e Autocontrole Oral (F(1, 44 = 6,13; p = 0,04 do EAT-26. No entanto, não foi evidenciado impacto da MPS nos escores da subescala Bulimia e Preocupação com 0 Alimenta (F(1, 44 = 1,26; p = 0,22. Assim, em razão da investigação apresentar delineamento transversal, pressupõe-se que as atletas de atletismo com traços perfeccionistas podem estar mais susceptíveis para a restrição alimentar e a influência ambiental para a ingesta alimentar.

  14. Transtorno de pânico: uma manifestação clínica do desamparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Alves de Sousa Ferreira Costa

    Full Text Available O contexto atual apresenta mudanças nos modos de organização subjetiva. As redefinições dos papéis do homem e da mulher, as novas formas de filiação e as novas configurações familiares tem implicado o redimensionamento do lugar do pai e se refletido no exercício de sua função, qual seja, inscrever a lei. Tal inscrição é fundamental à estruturação do ser humano e à convivência social. Na atualidade, o sujeito se vê convocado ao excesso, sem referências, e novas formas de desorganização psíquica emergem. O transtorno de pânico se destaca como uma figura paradigmática do desamparo na contemporaneidade. Como categoria psicopatológica, tal transtorno é recente; como quadro clínico psicanalítico, ele se associa às fobias. Este estudo teórico visa a descrever, do ponto de vista da psiquiatria, tal transtorno, e discutir, a partir da psicanálise, o estado de desamparo provocado pela fragilidade da lei simbólica, como característica dessa sintomatologia.

  15. Criatividade em indivíduos com transtornos e dificuldades de aprendizagem: revisão de pesquisas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rauni Jandé Roama Alves

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo identificar as produções científicas nacionais e internacionais que tiveram como foco a investigação da relação entre criatividade e dificuldades/transtornos de aprendizagem. Em nível nacional foram consultadas as bases de dados SCIELO, PEPSIC, CAPES e BDTD e no internacional, as bases APA, ERIC, PubMed e Scopus, sem delimitação de tempo. Como resultado, constatou-se a existência de 57 produções internacionais e cinco nacionais. As análises identificaram que não houve diferenças estatísticas significativas entre as médias das produções das últimas três décadas e que as investigações focalizaram principalmente o transtorno específico de leitura/Dislexia, o uso da metodologia quantitativa e o emprego do Teste de Torrance. Alguns nomes dados aos grupos investigados na maioria dos trabalhos não denotaram com clareza as origens das dificuldades de aprendizagem - se seriam ou não decorrentes de transtorno de aprendizagem. Concluiu-se que são necessários novos estudos sobre a temática, nos quais se caracterizem melhor os grupos investigados e a nomenclatura utilizada.

  16. Transtorno bipolar de início tardio: uma variedade orgânica do transtorno de humor? Bipolar disorder with late onset: an organic variety of mood disorder?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osvaldo P Almeida

    2004-10-01

    Full Text Available Transtorno bipolar (TB é comumente associado à fase final da adolescência ou idade adulta jovem, embora em uma proporção substancial dos pacientes a doença comece em fases mais tardias da vida. Os resultados de várias investigações clínicas sugerem que casos de transtorno bipolar com início tardio têm, mais freqüentemente, uma "causa orgânica" e que isso justificaria a subdivisão do transtorno bipolar entre "início precoce" e "início tardio". Este artigo revê a literatura sobre a hipótese orgânica do transtorno bipolar de início tardio e conclui que essa subdivisão é artificial e carece de suporte clínico e epidemiológico.Bipolar disorder (BD is commonly associated with late adolescence or early adulthood, although a substantial proportion of patients develops the condition in later life. The results of early clinical investigations suggested that cases of bipolar disorder with onset in later life were more often associated with 'organic causes', and could potentially justify the distinction between early and late onset bipolar disorder. This paper reviews currently available evidence in support of the organic hypothesis for late onset bipolar disorder. It concludes that the split of bipolar disorder according to age at onset is artificial, and lacks clinical significance and epidemiological support.

  17. Relato de caso: transtorno afetivo bipolar

    OpenAIRE

    Carlos Von Krakauer Hübner; Edson Vinicius Milanello; Maria Fernanda Moro Barbieri; Marcelo Ricardo de Oliveira Barcelos; Lucas Augusto Ayres Ribas

    2016-01-01

    Introdução: O transtorno afetivo bipolar (TAB) é uma doença crônica e grave, marcada pela variância de episódios depressivos com episódios de mania ou hipomania, podendo haver sintomas psicóticos. É classificado em dois tipos, I e II. Sua etiologia é desconhecida, mas supõe-se que envolva influências genéticas e ambientais, variando a cada indivíduo afetado. As apresentações clínicas do TAB podem variar de episódios leves de depressão ou hipomania até episódios depressivos graves ou mania aco...

  18. O papel do polimorfismo funcional VNTR da região promotora do gene MAOA nos transtornos psiquiátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvia A. Nishioka

    2011-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Muitos estudos têm investigado a associação do polimorfismo VNTR (número variável de repetições em série localizado na região promotora do gene da enzima monoamina oxidase A (MAOA com alterações no comportamento humano e em diversos transtornos psiquiátricos. OBJETIVO: O objetivo do presente trabalho foi revisar a literatura sobre a participação desse polimorfismo funcional na modulação do comportamento humano para o desenvolvimento dos transtornos psiquiátricos. MÉTODO: A pesquisa foi realizada na literatura em inglês, de janeiro de 1998 a junho de 2009, disponível no Medline, Embase, Web of Science e na base de dados PsycInfo, utilizando os seguintes termos: "MAOA e comportamento humano" e "MAOA e psiquiatria". RESULTADOS: Foram encontrados 3.873 estudos. Desses, 109 foram selecionados e incluídos na revisão. Encontrou-se associação de alelos de baixa atividade do VNTR com transtorno de personalidade antissocial, transtorno de conduta, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, jogo patológico e dependência de substâncias. Alelos da alta atividade da MAOA foram associados a depressão, ansiedade, neuroticismo e anorexia nervosa. Não se encontrou associação entre polimorfismos da MAOA e esquizofrenia e transtorno bipolar. CONCLUSÃO: Os principais achados dão suporte ao papel do polimorfismo VNTR da região promotora do gene da MAOA em alguns transtornos psiquiátricos, apesar das divergências encontradas devidas às dificuldades metodológicas de estudos em genética. De modo geral, os estudos associam os alelos de baixa atividade da MAOA com comportamentos impulsivos e agressivos ("comportamentos hiperativos", enquanto os alelos de alta atividade do gene são mais associados a "comportamentos hipoativos".

  19. Dor torácica no transtorno de pânico: sintoma somático ou manifestação de doença arterial coronariana?

    OpenAIRE

    Soares Filho,Gastão Luiz Fonseca; Valença,Alexandre Martins; Nardi,Antonio Egidio

    2007-01-01

    O transtorno do pânico (TP) pertence ao grupo dos transtornos de ansiedade caracterizado por repetidos e inesperados ataques de pânico, nos quais predominam os sintomas somáticos e intensa apreensão relacionada à idéia de perda de controle ou morte iminente. Entre os sintomas somáticos que o paciente pode apresentar, a dor torácica exerce papel preponderante, reforçando a idéia de que ele esteja desenvolvendo problema cardiovascular grave, ameaçador à vida, levando à repetida busca por atendi...

  20. Risco para transtornos alimentares em escolares de Salvador, Bahia, e a dimensão raça/cor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a existência de fatores de risco associados aos transtornos alimentares em escolares da cidade de Salvador, Bahia, por meio da dimensão étnico-racial como fator de heterogeneidade. MÉTODOS: Os participantes da pesquisa são escolares do sexo feminino, na faixa etária entre 15 e 30 anos, residentes na cidade de Salvador, no Estado da Bahia. Foram investigadas 626 estudantes, selecionadas em instituições públicas e privadas de ensino médio e universitário. Utilizaram-se o Eating Atittude Test-26, o Body Shape Questionnaire e o Beck Depression Inventory como instrumentos de identificação de risco para os transtornos alimentares. A classificação étnico-racial se deu por autodeclaração, de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram realizadas análises descritivas, bivariadas (χ2 de Pearson e regressão logística multivariada para análise dos dados. RESULTADOS: As estudantes que se identificaram como amarelas ou indígenas têm 3,6 vezes mais chances de desenvolverem comportamentos alimentares desordenados e 4,8 vezes mais possibilidade de estarem insatisfeitas com sua imagem corporal. As pardas apresentam 2,5 vezes mais risco para essa insatisfação. A depressão é uma comorbidade que deve ser considerada, apesar de não estar associada significativamente à raça/cor. CONCLUSÃO: As mulheres não brancas em Salvador apresentam risco de desenvolver transtornos alimentares. Outros estudos que combinam métodos quantitativos e qualitativos podem permitir uma análise mais robusta quanto à relação entre transtornos alimentares e raça/cor e etnia.

  1. Serotonina, matéria cinzenta periaquedutal e transtorno do pânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graeff Frederico G

    2003-01-01

    Full Text Available Este artigo é uma revisão de evidências experimentais e construtos teóricos que implicam a modulação do comportamento de defesa pela serotonina (5-HT, atuando na matéria cinzenta periaquedutal do mesencéfalo (MCP no transtorno do pânico. Resultados obtidos com testes de conflito em animais de laboratório indicam que a 5-HT aumenta a ansiedade, enquanto que a estimulação aversiva da MCP aponta para um papel ansiolítico. Para resolver esta contradição, sugeriu-se que os estados emocionais determinados pelos dois paradigmas são diferentes. Testes de conflito gerariam ansiedade antecipatória, enquanto que a estimulação da MCP produziria medo de perigo iminente. Clinicamente, o primeiro estado estaria relacionado com o transtorno de ansiedade generalizada e o segundo, com o transtorno do pânico. Assim sendo, supõe-se que a 5-HT facilita a ansiedade, porém inibe o pânico. Esta hipótese tem sido testada por meio de um modelo animal de ansiedade e pânico, denominado labirinto em T-elevado, e de dois procedimentos experimentais que geram ansiedade, aplicados tanto em voluntários sadios como em pacientes de pânico. Em geral, os resultados obtidos até agora mostram que drogas que aumentam a ação da 5-HT elevam diferentes índices de ansiedade, enquanto reduzem índices de pânico. Portanto, as predições baseadas na hipótese em questão têm se cumprido. As principais implicações clínicas são as de que um déficit de 5-HT na MCP possa participar da fisiopatogenia do transtorno de pânico e que a intensificação da 5-HT na mesma região medeie a ação antipânico dos medicamentos antidepressivos.

  2. Afasia global sem hemiparesia: AVC ou transtorno conversivo? Global aphasia without hemiparesis: stroke or conversion disorder?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Philippi de Negreiros

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A realização de diagnóstico neurológico e psiquiátrico em ambiente de emergência hospitalar com freqüência é uma tarefa complexa e exige colaboração interdisciplinar. Um dos diagnósticos diferenciais de doenças neurológicas é o transtorno conversivo, cuja característica principal é a presença de sintomas afetando funções motoras ou sensoriais, que sugerem desordem clínica ou neurológica, porém sem doença orgânica subjacente que explique o quadro. RELATO DE CASO: Os autores relatam o caso de uma paciente de 23 anos com apresentação clínica atípica de acidente vascular cerebral, afasia global sem hemiparesia, que foi inicialmente diagnosticada como transtorno psiquiátrico pelo serviço de clínica médica de emergência. CONCLUSÃO: Certas apresentações neurológicas podem ser interpretadas como transtorno conversivo pelas similaridades clínicas entre as duas desordens, raridade do quadro clínico, pela presença de sintomatologia psiquiátrica e fatores psicossociais nos pacientes neurológicos. Mesmo com apresentações neurológicas atípicas e sintomas psiquiátricos, pacientes com quadro sugestivo de transtorno conversivo devem ser sempre investigados de forma interdisciplinar.BACKGROUND: The neurologic and psychiatric diagnosis in emergency settings are difficult tasks and require interdisciplinary effort. Conversion disorder is one of the differential diagnosis for certain neurologic disorders. The main characteristic is motor or sensory deficits suggesting neurologic or medical condition, but without organic disease that explains the symptoms. CASE REPORT: We present a 23 year-old-woman with an atypical clinical presentation of stroke: global aphasia without hemiparesis. This patient was initially diagnosed with conversion disorder by the internal medicine service in the emergency room. CONCLUSION: Some rare neurologic diseases can be interpreted as conversive disorders due to some reasons

  3. Transtornos de personalidade, psicopatia e serial killers Personality disorders, psychopathy and serial killers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hilda C P Morana

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar as características básicas dos diversos transtornos específicos de personalidade, mas centrando-se no transtorno de personalidade anti-social, fazendo sua diferenciação com psicopatia. O estudo ainda se propõe a abordar a figura do serial killer, apontando a presença de aspectos psicopáticos no homicídio seriado. MÉTODO: Uma revisão bibliográfica foi feita no sentido de se abordar convergências e divergências entre diversos autores sobre um assunto tão polêmico, sobretudo quanto à viabilidade de tratamento dessa clientela forense. RESULTADOS: Enquanto o transtorno de personalidade anti-social é um diagnóstico médico, pode-se entender o termo "psicopatia", pertencente à esfera psiquiátrico-forense, como um "diagnóstico legal". Não se pode falar ainda de tratamento eficaz para os chamados "serial killers". CONCLUSÃO: Os transtornos de personalidade, especialmente o tipo anti-social, representam ainda hoje um verdadeiro desafio para a psiquiatria forense. O local mais adequado e justo para seus portadores, bem como recomendação homogênea e padronizada de tratamento são questões ainda não respondidas.OBJECTIVE: To illustrate the basic characteristics of several specific personality disorders, focusing mainly in antisocial personality disorder. The differences between antisocial personality disorder and psychopathy are highlighted. Serial killers and its psychopathic aspects are also discussed. METHOD: A bibliographic review was completed in order to outline convergences and divergences among different authors about this controversial issue, especially those concerning the possibility of treatment. RESULTS: While anti-social personality disorder is a medical diagnosis, the term "psychopathy" (which belongs to the sphere of forensic psychiatry may be understood as a "legal diagnosis". It is not still possible to identify an effective treatment for serial killers. CONCLUSION: Personality disorders

  4. Construção de um software educativo sobre transtornos da personalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadja Cristiane Lappann Botti

    2011-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou relatar a experiência da construção de um software educativo na área da saúde mental. O software foi desenvolvido visando capacitar o estudante de enfermagem a identificar os principais transtornos da personalidade. Nesse processo, aplicou-se o referencial pedagógico de Vygotsky e o referencial teórico dos critérios diagnósticos definidos pelo DSM-IV. A partir destes referenciais identificaram-se transtornos da personalidade em personagens de histórias e/ou filmes infantis. Para desenvolvimento do software construiu-se banco de multimídias com dados gráficos, sonoros e explicativos. O software desenvolvido foi um jogo educativo do tipo quiz composto por perguntas com níveis crescentes de dificuldade. O software foi desenvolvido no programa Microsoft PowerPoint Office 2007. Este programa com seus mecanismos de botões de ação e hiperlink possibilitam configurar ações. Acredita-se na validade desta estratégia para o ensino-aprendizagem de conteúdos relativos à área da Enfermagem em Saúde Mental.

  5. Acidentes de trabalho no Brasil: prevalência, duração e despesa previdenciária dos auxílios-doença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo César Andrade Almeida

    Full Text Available RESUMO OBJETIVO: estimar a prevalência, a duração e a despesa previdenciária dos benefícios de Auxílio-Doença por Acidente do Trabalho (ADAT pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS aos segurados empregados no Brasil em 2008. MÉTODO: As variáveis ADAT foram estratificadas segundo sexo, idade e agravos categorizados em capítulos da CID-10. RESULTADO: foram concedidos 306.908 ADAT com prevalência de 94,2 por 10.000 vínculos. Os agravos mais prevalentes foram os do capítulo XIX - Lesões, envenenamento e algumas outras consequências de causas externas, do XIII - Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, e do V - Transtornos mentais e comportamentais. A prevalência dos benefícios foi maior no sexo masculino (111,2 e na faixa etária ≥ 40 anos (116,9. A duração média foi de 75 ± 64 dias e a despesa média de R$ 2.181,00 ± 2.769,00, sendo maior para o Capítulo II - Neoplasias (R$ 5.083,00 ± 5.702,00. A despesa-dia média foi R$ 29,00 ± 18,00, sendo superior para o Capítulo V (R$ 39,00 ± 23,00. A idade ≥ 40 anos apresentou maior prevalência, duração e despesa entre todos os capítulos, à exceção do XIX, que foi o mais prevalente entre os mais jovens. CONCLUSÃO: os dados de ADAT são sugestivos de subcaracterização da relação com o trabalho. A alta prevalência de agravos do Capítulo XIX sugere precariedade das medidas de segurança no trabalho. Homens e mulheres apresentam diferentes perfis de acidentabilidade sem interferência na duração do benefício.

  6. Escala clínica para prever a adesão ao tratamento: transtorno bipolar do humor

    OpenAIRE

    Marchi, Renato

    2008-01-01

    O Transtorno Bipolar do Humor (TBH) está associado a altas taxas de desajustes psicossociais e familiares, mortalidade e prejuízos econômicos. O tratamento visa o controle de episódios agudos e prevenção de novos episódios. As taxas de não - adesão ao tratamento são altas em TBH. Este trabalho teve por objetivo elaborar e validar uma escala de avaliação clinica , capaz de indicar a probabilidade de adesão ao tratamento medico clinico dos pacientes bipolares de ambos os gêneros. O procedimento...

  7. Contribuições da perspectiva evolucionista para a compreensão do transtorno obsessivo-compulsivo

    OpenAIRE

    Maria Isabel Fabrini de Almeida

    2007-01-01

    O presente trabalho tem como objetivo avaliar as contribuições da perspectiva evolucionista para a compreensão dos processos psicológicos humanos, e em particular para o entendimento das psicopatologias, com especial atenção para o transtorno obsessivo-compulsivo, resgatando também algumas proposições levantadas em um trabalho anterior a partir da investigação de estereotipias comportamentais apresentadas por animais em cativeiro, na busca de possíveis contribuições para a compreensão de seu ...

  8. Esquizofrenia: adesão ao tratamento e crenças sobre o transtorno e terapêutica medicamentosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Silva Nicolino

    2011-06-01

    Full Text Available Este estudo verificou a adesão de pessoas com esquizofrenia à medicação, identificou e comparou as crenças sobre transtorno e medicamento entre pacientes aderentes e não aderentes. Participaram do estudo 14 pacientes de um ambulatório de psiquiatria. Foi realizada entrevista semi-estruturada e aplicação do Teste de Morisky-Green. Os dados foram analisados com abordagem quali-quantitativa. Os resultados revelaram que 64,3% dos pacientes não aderem ao medicamento. A maioria dos entrevistados considerou a medicação capaz de reduzir a seriedade e severidade do transtorno. Entretanto, entre pacientes não aderentes, as barreiras no seguimento da terapêutica foram mais expressivas. Efeitos colaterais foram razão para descontinuidade do tratamento em 80% dos pacientes não aderentes intencionalmente. Observou-se conhecimento insuficiente sobre a esquizofrenia e tratamento medicamentoso. A fé foi mencionada pelos pacientes como estratégia para enfrentamento do processo vivenciado. Este estudo aponta para a necessidade de estratégias direcionadas à promoção da adesão ao medicamento entre pessoas com esquizofrenia.

  9. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  10. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, comorbidades e situações de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo C. Reinhardt

    2013-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH apresenta alta prevalência, e seus sintomas apresentam-se frequentemente como um problema de saúde pública considerável. Assim, o objetivo desta revisão é verificar estas situações de urgência provocadas por determinadas comorbidades, ou por expor o paciente a um maior risco de acidentes. FONTE DOS DADOS: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica na base de dados PubMed entre os anos de 1992 e 2012, utilizando os descritores "adhd", "urgency", "comorbidity", "substance disorder", "alcohol", "eating disorder", "suicide", "trauma", "abuse", "crime", "internet", "videogame", "bullying", e suas combinações. A seleção dos artigos considerou aqueles mais relevantes de acordo com a abrangência do tema proposto, de forma não sistemática. SíNTESE DOS DADOS: Foram encontradas diversas situações em que o TDAH é o diagnóstico psiquiátrico mais relevante em relação à urgência, como risco de acidentes, risco de suicídio e adição, exposição à violência ou risco de abuso de internet ou abuso sexual; ou então o TDAH é a comorbidade mais prevalente e está igualmente correlacionada à urgência, como no transtorno de humor bipolar e nos transtornos alimentares. CONCLUSÕES: Nossos resultados mostram diversas comorbidades e situações de risco envolvendo o diagnóstico de TDAH e, assim, reforçam a importância de serem reconhecidas para um tratamento adequado deste transtorno.

  11. Relato de caso: transtorno afetivo bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Von Krakauer Hübner

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: O transtorno afetivo bipolar (TAB é uma doença crônica e grave, marcada pela variância de episódios depressivos com episódios de mania ou hipomania, podendo haver sintomas psicóticos. É classificado em dois tipos, I e II. Sua etiologia é desconhecida, mas supõe-se que envolva influências genéticas e ambientais, variando a cada indivíduo afetado. As apresentações clínicas do TAB podem variar de episódios leves de depressão ou hipomania até episódios depressivos graves ou mania acompanhados ou não de sintomas psicóticos. Objetivos: Relatar o caso de um paciente internado na enfermaria da psiquiatria do Conjunto Hospitalar de Sorocaba que foi diagnosticado com TAB. Metodologia: As informações foram obtidas por meio de revisão do prontuário, entrevista com o paciente e revisão da literatura. Relato de Caso: Homem de 20 anos encaminhado do serviço hospitalar de Itapetininga após alteração de comportamento, heteroagressividade e alucinações auditivas. Conclusões: Transtorno depressivo maior, de ansiedade generalizada, de estresse pós-traumático e esquizofrenia são diagnósticos diferenciais. O episódio maníaco provoca prejuízo no funcionamento social, profissional e até necessidade de hospitalização. O risco de suicídio em pessoas com TAB é estimado em pelo menos 15 vezes o da população em geral. A taxa de não adesão ao tratamento no TAB é de 47%. A conduta terapêutica medicamentosa mais eficaz para a mania é a associação do carbonato de lítio com risperidona, já para a depressão bipolar o carbonato de lítio é a primeira escolha.

  12. Religiosidade e espiritualidade no transtorno bipolar do humor Religiosity and spirituality in bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Stroppa

    2009-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Nos últimos vinte anos, estudos sistematizados têm identificado uma relação positiva entre espiritualidade/religiosidade (R/E e saúde, notadamente saúde mental. Entretanto, são escassas as informações sobre R/E e transtorno bipolar do humor (TBH. Este artigo objetiva revisar as evidências disponíveis sobre estas relações. MÉTODOS: Foram cruzadas as palavras "bipolar", "mania" e "manic" com as palavras "religio*" e "spiritu*" nas bases de dados PubMed e PsychINFO em novembro de 2008. Foram encontrados 122 artigos publicados entre os anos de 1957 e 2008. RESULTADO: Os estudos apontam que pacientes bipolares tendem a apresentar maior envolvimento religioso/espiritual, maior frequência de relatos de conversão e experiências de salvação e uso mais frequente de coping religioso e espiritual (CRE que pessoas com outros transtornos mentais. Indicam ainda, uma relação frequente e significativa entre sintomas maníacos e experiências místicas. Os estudos mais relevantes encontrados na literatura foram agrupados nesta revisão em cinco tópicos: delírios místicos, religiosidade e espiritualidade, coping religioso-espiritual, recursos comunitários e comunidades tradicionais. CONCLUSÃO: O TBH e a R/E possuem intensa e complexa inter-relação. Estudos sobre práticas religiosas saudáveis, espiritualidade e recursos de coping merecem ser ampliados, bem como sua relação com o cumprimento do tratamento e as recorrências da doença, as intervenções psicoterápicas e a psicoeducação de base espiritual.BACKGROUND: Over the past twenty years, systematic studies have identified a positive relationship between spirituality/religiosity (S/R and health, especially mental health. Although there is only scant information about S/R and BipolarDisorder. METHODS: The words "bipolar", "mania" and "manic" were crossed with the words "religio*" and "spiritu*" in the databases PubMed and PsychINFO in November 2008. It was found 122

  13. Transtornos parafílicos em pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo: série de casos Paraphilic disorders among patients with obsessive-compulsive disorder: case series

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuela C. Borges

    2007-01-01

    Full Text Available Com o intuito de elucidar a relação entre transtornos do controle de impulsos (TCI e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC, faz-se mister estudar subgrupos mais clinicamente homogêneos de transtornos impulsivos. Por meio do relato de quatro casos de pacientes com TOC e diferentes tipos de transtornos parafílicos (fetichismo transvético, sadismo, ginandromorfofilia e exibicionismo, são discutidos os conceitos de compulsividade, impulsividade e a relação temporal entre ambos. O estudo dos casos aqui descritos mostra que (1 pacientes com TOC e transtornos parafílicos tendem a desenvolver o TOC primeiro, (2 diante de desejos, fantasias ou atos sexuais parafílicos, pacientes com TOC podem lançar mão de comportamentos tipicamente compulsivos, (3 pacientes com TOC e obsessões sexuais egodistônicas podem desenvolver desejos, fantasias ou atos sexuais parafílicos de conteúdo semelhante ao das obsessões, (4 em um mesmo paciente, TOC e parafilias podem apresentar cursos independentes, e (5 pacientes com TOC e parafilias podem não apresentar obsessões sexuais. O sofrimento de pacientes com TOC e parafilias justifica a investigação continuada de tais condições no intuito de elucidar os mecanismos que subjazem esta associação e de criar estratégias que aumentem a adesão ao tratamento.In order to elucidate the relationship between impulse control disorders and obsessive-compulsive disorder (OCD, it is essential to study more clinically homogenous subgroups of patients with impulsive disorders. Using four cases of patients with OCD and comorbid paraphilias (transvestic fetishism, sadism, gynandromorphophilia, and exhibitionism as reference-points, we discuss the concepts of compulsivity, impulsivity, and the temporal relationship between them. The case studies here described suggest that (1 patients with OCD and comorbid paraphilias tend to develop OCD first, (2 once developing paraphilic fantasies, desires, or behaviors, patients with

  14. Saúde mental do cuidador na instituição hospitalar

    OpenAIRE

    Bertoletti, Juliana; Cabral, Patrícia Martins Fagundes

    2007-01-01

    Este artigo tem como propósito verificar as experiências laborais dos profissionais de enfermagem e suas conseqüências para a saúde mental desses trabalhadores. A pesquisa foi realizada junto a profissionais de enfermagem do Instituto de Cardiologia de Porto Alegre, afastados de suas atividades durante o ano de 2003 por transtornos mentais e comportamentais (episódios depressivos breves, transtornos depressivos recorrentes e ansiedade generalizada), diagnosticados de acordo com o CID 10. Os d...

  15. Ambiente familiar e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago de Oliveira Pires

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar fatores associados a transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em crianças. MÉTODOS: Estudo longitudinal sobre problemas de comportamento em crianças escolares de São Gonçalo, RJ, em 2005. Foram analisados 479 escolares da rede pública selecionados por amostragem por conglomerados em três estágios. Foi utilizada a escala Child Behavior Checklist para medição do desfecho. Foi aplicado um questionário para pais/responsáveis acerca dos fatores de exposição analisados: perfil da criança e da família, variáveis de relacionamento familiar, violências físicas e psicológicas. O modelo regressão log-binomial com enfoque hierarquizado foi empregado para a análise. RESULTADOS: Quociente de inteligência mais alto associou-se inversamente à frequência do transtorno (RP = 0,980 [IC95% 0,963;0,998]. A prevalência de transtorno nas crianças foi maior quando havia disfunção familiar do que entre famílias com melhor forma de se relacionar (RP = 2,538 [IC95% 1,572;4,099]. Crianças que sofriam agressão verbal pela mãe apresentaram prevalência 3,7 vezes maior do que aquelas não expostas a essa situação no último ano (RP = 4,7 [IC95% 1,254;17,636]. CONCLUSÕES: Relações familiares negativas estão associadas aos sintomas de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Sua associação com quociente de inteligência reitera a importância da base genética e ambiental na origem do transtorno.

  16. Estudo retrospectivo da associação entre transtorno de pânico em adultos e transtorno de ansiedade na infância

    OpenAIRE

    Manfro,Gisele Gus; Isolan,Luciano; Blaya,Carolina; Santos,Lissandra; Silva,Maura

    2002-01-01

    OBJETIVO: A etiologia do transtorno do pânico (TP) é provavelmente multifatorial, incluindo fatores genéticos, biológicos, cognitivo-comportamentais e psicossociais que contribuem para o aparecimento de sintomas de ansiedade, muitas vezes durante a infância. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre história de transtornos de ansiedade na infância e transtorno do pânico na vida adulta. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente 84 pacientes adultos com transtorno do pânico quanto à...

  17. Psicoterapia em grupo de pacientes com transtorno afetivo bipolar

    OpenAIRE

    Gomes,Bernardo Carramão; Lafer,Beny

    2007-01-01

    CONTEXTO: Vem crescendo nos últimos anos o número de estudos com abordagens psicoterápicas no tratamento de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Contudo, pouco ainda se sabe sobre o efeito que tem estas abordagens nestes pacientes. OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia de grupo no tratamento do transtorno afetivo bipolar. MÉTODO: Levantamento bibliográfico no Medline, Lilacs, PubMed e ISI de artigos publicados em língua inglesa no período de 1975 a 2005 e busca manual com base na bi...

  18. Preocupação e insatisfação com o corpo, checagem e evitação corporal em pessoas com transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Nogueira Neves Betanho Campana

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar aspectos da imagem corporal em uma amostra de pessoas com anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno alimentar não-especificado. A amostra foi composta por 14 voluntárias atendidas pelo Ambulatório de Transtornos Alimentares da Universidade Estadual de Campinas. O Software de Avaliação Perceptiva foi utilizado para avaliar a insatisfação com o corpo. A preocupação com o corpo, checagem e evitação corporal foram avaliadas pelo Body Shape Questionnaire, Body Checking Questionnaire e Body Image Avoidance Questionnaire, respectivamente. A análise descritiva e as correlações entre as medidas mostraram elevados níveis de insatisfação, checagem, evitação e preocupação com o corpo, com associações significantes. Estes achados evidenciaram a importância dos parâmetros investigados na dinâmica dos transtornos alimentares. Conhecer esses componentes da imagem corporal favorece a ampliação das possibilidades de melhor compreender como se organiza a representação mental do corpo dessas pacientes e planejar mais cuidadosamente as intervenções no decurso do tratamento.

  19. Transtorno afetivo bipolar e a ambivalência em relação à terapia medicamentosa: analisando as condições causais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Inocenti Miasso

    2011-04-01

    Full Text Available Este estudo buscou compreender as condições causais da ambivalência da pessoa com transtorno afetivo bipolar (TAB em relação ao seguimento da terapêutica medicamentosa. Foi utilizada a abordagem qualitativa, tendo como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados, à luz do Interacionismo Simbólico. Participaram do estudo 14 pessoas com TAB que estavam em acompanhamento em um Ambulatório de Transtornos do Humor de um hospital universitário e 14 familiares indicados pelas mesmas. A entrevista e observação foram as principais formas de obtenção de dados. Os resultados revelaram três categorias que descrevem as referidas condições causais: vivendo as crises do transtorno; tendo necessidade do medicamento e convivendo com os efeitos colaterais dos medicamentos. Este estudo aponta para necessidade de mudança de atitude dos profissionais de saúde de culpabilizar o paciente pela interrupção do tratamento para aquela de escuta, de valorização do seu universo simbólico e afetivo bem como de parceria no tratamento.

  20. Processamento Cognitivo no Transtorno de Estresse Pós-Traumático: Um Estudo Teórico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Sbardelloto

    2012-12-01

    Full Text Available O presente artigo discute o processamento cognitivo no Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT através das teorias mais relevantes relacionadas ao desenvolvimento e manutenção do TEPT: Teoria dos Dois Fatores, Teoria do Processamento Emocional, Teoria da Representação Dual e Teoria Cognitiva de Ehlers e Clark. A partir disso, discute-se a relação entre o processamento cognitivo da experiência traumática e o desencadeamento, a manutenção e o agravamento dos sintomas pós- traumáticos. As abordagens apresentam modelos explicativos sobre o processamento da memória traumática, enfatizando fatores que ocorrem antes, durante e depois do trauma. Verifica-se a necessidade de pesquisas empíricas acerca do processamento cognitivo no TEPT, esforço que vem a contribuir com hipóteses explicativas mais precisas que implicam em intervenções efetivas no TEPT. Palavras-chave: transtorno de estresse pós-traumático; processamento cognitivo; implicações clínicas.

  1. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Helena Simões-Barbosa

    Full Text Available Resumo: O artigo discute o abuso de drogas e os transtornos alimentares sob as perspectivas críticas de gênero e do cuidado em saúde. Postula-se que o sofrimento subjetivo pode se expressar no corpo por meio das doenças psicossomáticas. Nessa perspectiva, a insaciável fome consumista das drogas ou de bens supérfluos, bem como o adoecimento pela fome voluntária em busca de um ideal de esbeltez, como na anorexia e bulimia, podem ser sintomas que denunciam o sofrimento feminino. Uma revisão nos campos da saúde coletiva e das teorias feministas destaca a magnitude dos fenômenos da medicalização e mercantilização da saúde presentes na psiquiatrização do mal-estar feminino. Na transição de gênero das sociedades capitalistas, as cobranças sociais pelo desempenho dos velhos e novos papéis femininos acentuam sentimentos de inadequação, traduzidos no mal-estar de gênero que circunda o abuso de drogas e os transtornos alimentares, analisados como patologias de protesto. Propõe-se o resgate do ideário do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, orientado pela integralidade, para enfrentar tais desafios.

  2. Transtorno afetivo bipolar: perfil farmacoterapêutico e adesão ao medicamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Inocenti Miasso

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivos verificar a adesão de portadores de transtorno afetivo bipolar (TAB à terapêutica medicamentosa e identificar possíveis causas de adesão e não adesão ao medicamento de acordo com o perfil farmacoterapêutico. Trata-se de estudo transversal, descritivo, realizado em Núcleo de Saúde Mental de um município do interior paulista. Participaram do estudo 101 pacientes com TAB. Para coleta dos dados, utilizou-se a entrevista estruturada e o teste de Morisky-Green e, para a análise dos mesmos, o programa Statistical Package for the Social Science. Os resultados mostraram que a maioria (63% dos sujeitos investigados não adere ao medicamento. Apesar de não ter ocorrido diferenças significativas entre o grupo de aderentes e não aderentes, para as variáveis investigadas, foi possível verificar a utilização de polifarmacoterapia e regimes terapêuticos complexos no tratamento do TAB. Permanece como desafio a implementação de estratégias que possam melhorar, na prática, a adesão de pacientes ao tratamento medicamentoso.

  3. Alterações neuropsicológicas no transtorno bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocca Cristiana C A

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisão sistemática dos estudos controlados publicados nos últimos 15 anos sobre alterações neuropsicológicas no transtorno bipolar. MÉTODO: Foi realizado um levantamento bibliográfico no Medline, Lilacs, PubMed e ISI, selecionando-se o período de 1990 a 2005. Os estudos foram organizados a partir da comparação entre a amostra selecionada (bipolar versus outra patologia versus controles saudáveis. Nós só incluímos estudos controlados e com uma amostra de pacientes maior que 10, totalizando 73 artigos, do quais 53 foram selecionados para esta revisão. RESULTADOS: Pacientes com transtorno bipolar apresentam dificuldades em vários domínios cognitivos, sendo que alguns persistem mesmo após remissão dos sintomas. Os déficits encontrados se localizaram basicamente nas funções executivas. Na comparação com pacientes portadores de esquizofrenia, os bipolares apresentam perfil de alterações cognitivas mais leves, o que aponta para diferenças em termos de prognóstico da doença e para anormalidades em circuitos neuroanatômicos específicos. Houve correlação positiva entre déficits cognitivos e número de episódios ou internações. As medicações utilizadas para estabilização do humor podem ter um impacto negativo na cognição. CONCLUSÕES: Os prejuízos são sugestivos de disfunção em circuitos fronto-estriatais específicos que podem, em parte, explicar as dificuldades na adaptação psicossocial destes pacientes. Estudos futuros devem avaliar a eficácia de programas de reabilitação neuropsicológica, os quais visam, por meio de treinos cognitivos, minimizar o impacto dos déficits encontrados na vida diária dos pacientes.

  4. Violência e transtorno de estresse pós-traumático na infância

    OpenAIRE

    Ximenes,Liana Furtado; Oliveira,Raquel de Vasconcelos Carvalhães de; Assis,Simone Gonçalves de

    2009-01-01

    O artigo apresenta a prevalência dos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) em crianças escolares (6-13 anos) do município de São Gonçalo, Rio de Janeiro. Investiga também a associação entre TEPT, violência e outros eventos de vida adversos. O processo de amostragem utilizado foi por conglomerados em três estágios de seleção. Quinhentos pais dos estudantes foram entrevistados sobre o comportamento de seus filhos. Para avaliar os sintomas de TEPT, foi utilizado a Child Behavi...

  5. Transtornos alimentares e insatisfação com a imagem corporal em bailarinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Dias Guimarães

    2014-07-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os transtornos alimentares (TA tornaram-se um problema relevante de saúde pública. Paralelamente a esse fato, observa-se aumento na frequência de problemas associados à percepção da imagem corporal. Esses transtornos alimentares são mais incidentes em praticantes de esportes que preconizam o baixo peso corporal, como o balé clássico. OBJETIVO: Determinar a prevalência de comportamentos de risco de transtornos alimentares e insatisfação com a imagem corporal em bailarinos adolescentes na cidade de São Luís, MA, Brasil. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 30 bailarinos clássicos, não profissionais de ambos os sexos, com idade de 15 a 19 anos. Para avaliação do comportamento de risco de anorexia nervosa, utilizou-se o teste de atitudes alimentares (EAT-26, e para o comportamento de risco de bulimia nervosa, o teste de investigação bulímica de Edimburgo (BITE. A imagem corporal foi avaliada por meio do questionário de imagem corporal (BSQ. RESULTADOS: A prevalência de comportamentos de risco de TA foi de 30,0% para anorexia nervosa, de acordo com o EAT-26 e, segundo a escala de sintomas do BITE, 40,0% apresentaram comportamento de risco de bulimia nervosa. Além disso, o BSQ identificou que 26,7% dos bailarinos estavam insatisfeitos com sua imagem. Analisando o comportamento de risco de TA e a insatisfação com a imagem corporal, por sexo, não houve diferença estatisticamente significante (p > 0,05. CONCLUSÃO: A alta incidência de insatisfação com a imagem corporal associada à grande prevalência de comportamentos de risco de TA encontrada neste estudo ratifica que a prática do balé parece ser um fator primordial para o aumento da suscetibilidade desses bailarinos desenvolverem TA.

  6. Psiconeuroendocrinologia do transtorno de estresse pós-traumático Psychoneuroendocrinology of posttraumatic stress disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Elena Ruiz

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os autores realizaram uma revisão tradicional da literatura sobre os achados neurobiológicos das disfunções do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal associados ao transtorno de estresse pós-traumático. MÉTODO: Os achados científicos relevantes foram descritos de acordo com a ordem cronológica de publicação e as características dos estudos, se eram pré-clínicos, relacio-nados à violência precoce como fator de risco e, finalmente, achados clínicos em pacientes portadores de transtorno de estresse pós-traumático. RESULTADOS: Foi encontrada uma literatura rica de achados a respeito de disfunções do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal e transtorno de estresse pós-traumático. Os achados mostraram que o transtorno de estresse pós-traumático está associado a disfunções deste eixo e de estruturas cerebrais como o córtex pré-frontal, hipocampo e amídala. Os pacientes com transtorno de estresse pós-traumático apresentam um aumento da responsividade dos receptores de glicocorticóides, sugerindo que a inibição do feedback negativo tem um papel importante na fisiopatologia do quadro. Estudos pré-clínicos com modelos animais de deprivação maternal evidenciaram que, dependendo de quando o trauma ocorre, a disfunção do eixo será diferente. Os estudos clínicos mostram que o estresse precoce está relacionado ao desenvolvimento de psicopatologia durante a vida adulta. CONCLUSÕES: As disfunções do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal relacionadas ao transtorno de estresse pós-traumático são evidências robustas e os mecanismos subjacentes a ele são cada vez mais compreendidos.OBJECTIVE: To review the literature on neurobiological findings related to hypothalamic-pituitary-adrenal axis dysfunctions associated with posttraumatic stress disorder. METHOD: The relevant scientific findings were described according to the date of publication and the characteristics of the studies: preclinical studies, studies on

  7. Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação: uma Revisão de Literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner PULZI

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMOO movimento possui relação direta com a aprendizagem e com as relações sociais. Crianças que apresentam dificuldades de movimento podem possuir o transtorno do desenvolvimento da coordenação (TDC. O presente artigo trata-se de uma revisão bibliográfica sobre o assunto e teve por objetivo discutir o que foi publicado sobre o TDC entre os anos de 2002 e 2012, apresentando um panorama quanto ao histórico, prevalência, influências na vida cotidiana, acadêmica e social e possibilidades de intervenção. O termo TDC é usado para se referir às dificuldades nas habilidades motoras e que não é devido deficiências de ordem intelectual, sensorial primária ou neurológica. Esse problema afeta a vida das crianças no seu cotidiano, nas atividades de lazer, na escola e na vida social. Na escola, esse transtorno acarreta em baixo rendimento acadêmico, dificuldades de escrita e compreensão de conceitos matemáticos. Na vida social, pode ocorrer o isolamento e a dificuldade de pertencer a um grupo. Tanto os pais como os professores podem auxiliar no desenvolvimento global e social dessas crianças através de estratégias diferenciadas. Atualmente, destaca-se a necessidade de desenvolvimento de propostas que visem desenvolver e potencializar as habilidades dos escolares com dificuldades motoras.

  8. DISFUNÇÃO EXECUTIVA NO TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO E NA SÍNDROME DE TOURETTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Menezes

    2011-01-01

    Full Text Available Dentre as habilidades cognitivas mais estudadas recentemente estão as funções executivas (FE, que são essenciais na execução de tarefas novas e permitem o engajamento do indivíduo em ações direcionadas a metas. Disfunções executivas são reconhecidas em diversos quadros psiquiátricos, inclusive no transtorno obsessivo-compulsivo (TOC e na síndrome de Tourette (ST. Esta revisão teórica teve por objetivo ampliar o conhecimento a respeito da relação entre alterações de FE e os transtornos mencionados. Em sua maior parte, os estudos científicos voltados à área têm apresentado uma estreita associação entre o prejuízo no funcionamento executivo, o TOC e a ST. Entretanto, há pesquisas que refutam esta afirmação, mostrando que não há ainda uma teoria determinante sobre esta relação. Além disso, mesmo dentre as pesquisas que compartilham a relação entre FE, TOC e ST, não é possível afirmar quais habilidades executivas específicas estão prejudicadas em cada caso. Assim, o estudo permite concluir que, mesmo com o aumento do número de pesquisas realizadas, muitos questionamentos persistem sobre o prejuízo das funções executivas nestes transtornos psiquiátricos. Esses dados revelam a necessidade de mais pesquisas sobre o tema, o que pode vir a melhorar consideravelmente a qualidade dos diagnósticos, prognósticos e tratamentos realizados

  9. Prevalência de transtornos psiquiátricos em portadores de prótese valvar mecânica com e sem febre reumática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Ponce da Silva

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Valvulopatias cardíacas, causadas por febre reumática e outras etiologias, podem levar ao implante de prótese valvar mecânica e anticoagulação oral obrigatória. Comorbidade psiquiátrica pode reduzir a adesão à anticoagulação. Esse estudo teve como objetivo avaliar a prevalência de transtornos psiquiátricos em pacientes com prótese valvar mecânica. MÉTODOS: Foram avaliados 193 portadores de prótese valvar mecânica, sendo 135 com cardiopatia reumática, tendo sido utilizada a Mini International Neuropsychiatric Interview, versão 5.0.0, para investigação quanto à presença de transtornos psiquiátricos. RESULTADOS: Foram encontrados os seguintes transtornos psiquiátricos nos pacientes avaliados: transtornos de ansiedade generalizada (16,6%, agorafobia (11,9%, fobia social (10,4%, depressão (9,8%, distimia (4,1% atual e 1% no passado, transtorno obsessivo-compulsivo (3,6%, pânico - vida inteira (1,6%, dependência ou abuso de substâncias (2%, dependência ou abuso de álcool (1%, episódio hipomaníaco (0,5% atual e 0,5% no passado, bulimia (0,5%. O risco de suicídio detectado foi de 13,4%. Ao ser comparada a prevalência dos transtornos no grupo com e sem cardiopatia reumática, não foi encontrada diferença estatisticamente significativa. CONCLUSÃO: Foi encontrada elevada comorbidade de transtornos psiquiátricos, principalmente transtornos ansiosos e depressão, sendo também elevado o risco de suicídio nessa população.

  10. Phonemic discrimination and its relation to phonological disorder Discriminação fonêmica e sua relação com o transtorno fonológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Leyla de Castro Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available It was performed a nonsystematic review on the importance of the phonemic discrimination to the phonological acquisition and its relation to the phonological disorder. Studies indicate that phonemic discrimination represents an essential ability in the process of acquiring sounds of speech and that children with phonological disorder present difficulties in that ability.Foi realizada uma revisão não sistemática sobre a importância da discriminação fonêmica para a aquisição dos sons da fala e sua relação com o transtorno fonológico. Os estudos indicam que a discriminação fonêmica representa uma habilidade essencial no processo de aquisição dos sons da fala e que as crianças com transtorno fonológico apresentam dificuldade nesta habilidade.

  11. Estresse em familiares de crianças com transtornos do aprendizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Mousinho

    2011-05-01

    Full Text Available Introdução: Considerando-se a criança parte ativa no núcleo familiar, um déficit na leitura provoca efeitos em toda a família. O baixo rendimento escolar decorrente de dislexia ou distúrbio de aprendizagem pode aumentar o nível de estresse dos familiares.   Metodologia: participaram do projeto de pesquisa dezesseis responsáveis por crianças atendidas no Ambulatório de Transtornos da Língua Escrita, INDC-UFRJ. Foram utilizados dois questionários, sendo um estruturado: estresse, versão reduzida e um questionário específico de problemas de aprendizagem, semi-aberto, calcado nas dificuldades relatadas pelas famílias na prática clínica. Nos dois casos, as respostas deveriam ser dadas considerando-se os momentos antes e depois do diagnóstico. Resultados: foram reveladas correlações estatísticas (Pearson entre os itens dos dois questionários: significância estatística entre estresse x melhores resultados escolares e estresse x compreensão da escola. Na comparação entre o momento antes e depois do diagnóstico, evidenciou-se decréscimo substancial do impacto do estresse nos seguintes aspectos e momentos: durante o período de provas, na relação com a escola, na baixa auto-estima/ sofrimento da criança, nas terapias de apoio, em relação ao julgamento dos outros, na implicância de colegas, e na não compreensão da própria dificuldade. Conclusão: Transtornos do Aprendizado  podem ser fonte de estresse na família. A compreensão da escola somada aos melhores resultados escolares ajudam a diminuí-lo. O diagnóstico, associado à compreensão das dificuldades, é um período em que a redução se torna mais visível. Tais dados confirmam que é um importante momento para oferecer esclarecimento e apoio aos familiares.

  12. Transtorno de estresse pós-traumático e funções cognitivas Post traumatic stress disorder and cognitive functions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Haag Kristensen

    2006-06-01

    Full Text Available O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT é um transtorno prevalente, associado a alterações neurobiológicas e cognitivas. O presente artigo é um estudo teórico sobre as aplicações da avaliação neuropsicológica no TEPT. Inicialmente são revisados aspectos conceituais do transtorno, bem como alterações neurobiológicas relacionadas aos prejuízos cognitivos comumente detectados. Finalmente, argumenta-se que a avaliação dos prejuízos nas funções de memória, atenção e, sobretudo, funções executivas são relevantes tanto para a intervenção clínica junto ao paciente quanto para o refinamento das teorias psicológicas do TEPT.Post Traumatic Stress Disorder (PTSD is a prevalent disorder which is associated with neurobiological and cognitive impairments. This paper is a theoretical review of the uses of neuropsychological assessment in PTSD. Conceptual aspects of this disorder are reviewed, as well as the neurobiological alterations related to cognitive impairments. Finally, it is argued that the assessment of memory, attention, and executive function impairments is as relevant to the clinical intervention as it is to the refinement of the psychological theories of PTSD.

  13. Transtorno da expressão emocional involuntária Involuntary emotional expression disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helga Cristina Santos Sartori

    2008-01-01

    disponíveis se baseiam em inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS, antidepressivos tricíclicos e, em menor extensão, em drogas dopaminérgicas. O composto AVP-923 está sendo estudado como um possível tratamento específico. CONCLUSÃO: Apesar de ser conhecido há séculos, ainda que sob diferentes nomenclaturas, o IEED permanece subdiagnosticado e, considerando a possibilidade dos efeitos deletérios desse transtorno no funcionamento social, ocupacional e familiar do paciente acometido, seu reconhecimento e conduta adequados são decisivos para possibilitar uma melhoria na qualidade de vida do paciente.BACKGROUND: Involuntary emotional expression disorder (IEED is an affect disturbance caracterized by a difficulty of controlling emotional expression, that is presented as short, stereotyped and uncontrollable episodes of laugh-ter, crying, or both. This disorder is associated to multiple encephalic pathologies, in many anatomical locations. OBJECTIVES: The aims of this review are to describe the clinical, epidemiological and pathophysiological features of IEED and present an overview of current and future treatment approaches. METHODS: Research on databases such as MEDLINE/PUBMED and LILACS, using the terms involuntary emotional expression disorder, pseudobulbar affect, pathological laughter and crying, stroke, Alzheimer's disease, multiple sclerosis, amyotrophic lateral sclerosis. RESULTS: Episodes of laughing and crying that occurs in involuntary emotional expression disorder besides being uncontrollable,they are also disproportionate to motivating stimulus, and they can even be completly dissociated from the patient's mood or even contraditory to the context to which stimuli occurs. Other terms have been used in the nosography of this disorder, like pseudobulbar affect, pathological laughter and crying, emotional lability, emotionalism and emotional dysregulation. Terms such as forced crying, involuntary crying, pathological emotionality and

  14. Transtorno de oposição e desafio e transtorno de conduta: os desfechos no TDAH em adultos Oppositional defiant disorder and conduct disorder: their outcomes into adulthood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugenio Horacio Grevet

    2007-01-01

    Full Text Available Os autores examinam a influência dos transtornos de oposição e desafio (TOD, de conduta (TC e de personalidade anti-social (TPAS ao longo da vida do indivíduo com TDAH. Os principais achados mostram que o TDAH é modulado por essas comorbidades e que seu prognóstico é modificado dependendo da presença ou não desses transtornos. O transtorno de oposição e desafio intensificaria as características de impulsividade e isolacionismo do TDAH, porém não acarretaria em um aumento na incidência de TPAS na vida adulta. Já o TC associado ao TDAH implica um aumento significativo na impulsividade e agressividade, estando associado significativamente a TPAS e um pior prognóstico. A diferenciação entre os diferentes transtornos e seu correto diagnóstico é essencial para o tratamento adequado do TDAH. Futuros estudos precisam determinar se o tratamento do TDAH produziria uma mudança significativa no prognóstico desse grupo de pacientes.The authors examine the influence of oppositional defiant disorder (ODD, conduct disorder (CD and anti-social personality disorder (ASPD on attention deficit/hyperactivity disorder (ADHD across life span. The findings showed that ADHD is modulated by this comorbidities and ADHD prognosis is modified depending on the presence or the absence of those disorders. ODD intensifies ADHD impulsivity and isolationism, but does not lead to an increase in the prevalence of ASPD in adulthood. Otherwise, CD associated with ADHD increases significantly the levels of impulsivity and aggressiveness, is associated with ASPD and a poor outcome. The appropriate approach to ADHD must be based on the correct diagnosis of different comorbidities to predict the outcomes. Further studies are needed to investigate if the treatment of ADHD can produce a significant improvement on the outcomes of this group of patients.

  15. Perfectionism in obsessive-compulsive and eating disorders Perfeccionismo no transtorno obsessivo-compulsivo e nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berta Rodrigues Maia

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The main aims of this article are twofold. First, to assess perfectionism dimensions in obsessive-compulsive disorder and eating disorders in comparison with psychiatric control (depression/anxiety and non-clinical control groups. Second, to examine if perfectionism is specifically related to these different clinical conditions. METHOD: Thirty-nine outpatients with obsessive-compulsive disorder, 24 outpatients with eating disorders, 65 outpatients with a diagnosis of depression and/or anxiety, and 70 non-clinical participants completed the Portuguese version of the Multidimensional Perfectionism Scale. RESULTS: Compared to non-clinical subjects, individuals of all clinical samples had significantly higher scores on Multidimensional Perfectionism Scale total score, Self-Oriented and Socially-Prescribed Perfectionism. There were no significantly differences in Self-Oriented Perfectionism and Multidimensional Perfectionism Scale total score in all the three clinical samples. Subjects from the eating disorders sample had significantly higher scores of Socially-Prescribed Perfectionism in comparison to obsessive-compulsive disorder and psychiatric control samples. CONCLUSION: Perfectionism showed to be related with this broad range of psychopathologies. However, the differences between eating disorders versus obsessive-compulsive disorder and psychiatric control on Socially-Prescribed Perfectionism warrant further investigation in order to clarify the specificity of this perfectionism dimension in eating disorders.OBJETIVO: Este estudo tem dois objetivos principais. Primeiro, avaliar as dimensões do perfeccionismo no transtorno obsessivo-compulsivo e nos transtornos alimentares em comparação com duas amostras controle: psiquiátrica (depressão/ansiedade e não clínica. Segundo, avaliar se o perfeccionismo é um traço de personalidade especificamente relacionado com estas diferentes condições clínicas. MÉTODO: 39 pacientes com

  16. Familiares de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares: participação em atendimento grupal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    Full Text Available O discurso biomédico com foco no diagnóstico frequentemente tem sido utilizado como recurso exclusivo para informar a assistência aos familiares de pessoas diagnosticadas com anorexia nervosa e bulimia nervosa. Este estudo buscou compreender como essas famílias constroem justificativas para participação em um grupo de apoio no contexto de tratamento dos transtornos alimentares. Uma sessão desse grupo, que abordava a temática de nosso interesse, foi analisada com apoio do discurso construcionista social. A análise empreendida destacou os sentidos coproduzidos sobre a ausência de alguns familiares no grupo, a diminuição de frequência de participação dos pais, a função desse grupo no tratamento, a periodicidade ideal de participação da família e a possibilidade de familiares e coordenadores do grupo coconstruírem o espaço conversacional.

  17. Diagnóstico do transtorno de estresse pós-traumático

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Figueira Ivan

    2003-01-01

    Full Text Available Só recentemente a Psiquiatria Brasileira começou a reconhecer a importância do diagnóstico do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT. Embora os brasileiros tenham uma alta prevalência de exposição a eventos traumáticos, como acidentes e homicídios, há poucos estudos teóricos e empíricos sobre o TEPT em nosso país. Este artigo tem como foco descrever brevemente o diagnóstico de TEPT, detalhando sua fenomenologia. Após discutir a definição de evento traumático, nós focalizamos nos desafios do exame psíquico desses pacientes. Em seguida enfatiza-se a descrição dos sintomas do TEPT, dando exemplos clínicos para ilustrar os mais importantes conceitos psicopatológicos. Concluímos, salientando a importância do diagnóstico de TEPT para a Psiquiatria, pois ele fornece uma estrutura referencial-conceitual para a pesquisa dos efeitos do estresse e do trauma.

  18. Transtorno alimentar e construção de si no relacionamento profissional-usuário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    2014-08-01

    Full Text Available O entendimento da Anorexia e Bulimia Nervosa como entidades psicopatológicas legitima algumas versões de si que se impõem aos usuários dos serviços de saúde. O objetivo deste estudo foi compreender de que maneira os diferentes posicionamentos das pessoas diagnosticadas com esses transtornos alimentares constrangem a construção de seus relacionamentos com os cuidadores profissionais. A perspectiva construcionista social fundamentou esta pesquisa. Usuários de um serviço de assistência em transtornos alimentares foram entrevistados individualmente. A análise do material mostrou como o diagnóstico cumpre papel fundamental e, por vezes, único na definição de quem é a pessoa atendida. O conceito do "ser relacional" foi ofertado para que os profissionais de saúde possam pensar a possibilidade de desenharem novos cenários relacionais com o usuário, de modo a incluir a noção de self como movimento, e não estabilidade.

  19. Atuação do psicólogo frente aos transtornos globais do desenvolvimento infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Souza

    Full Text Available Os autores fazem uma revisão bibliográfica sobre a atuação do psicólogo frente aos transtornos globais do desenvolvimento infantil, especificamente sobre: autismo infantil, síndrome de Asperger e síndrome de Rett. Inicialmente, apresenta-se uma noção do desenvolvimento infantil, e, então, abordam-se os possíveis transtornos, com suas respectivas definições, etiologias, critérios diagnósticos, diagnóstico diferencial e tratamento. Durante o processo de intervenção e prevenção junto à criança, destacam-se a importância do psicólogo no tratamento e a eficácia dos recursos psicoterápicos para a melhora de qualidade de vida da criança com a síndrome.

  20. Atuação do psicólogo frente aos transtornos globais do desenvolvimento infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Souza

    Full Text Available O artigo apresenta revisão bibliográfica sobre a atuação do psicólogo frente aos transtornos globais do desenvolvimento infantil, especificamente sobre autismo infantil, síndrome de Asperger e síndrome de Rett. Inicialmente, apresenta-se uma noção do desenvolvimento infantil, e, então, abordam-se possíveis transtornos, com suas respectivas definições, etiologias, critérios diagnósticos, diagnóstico diferencial e tratamento. Durante o processo de intervenção e prevenção junto à criança, destacam-se a importância do psicólogo no tratamento e a eficácia dos recursos psicoterápicos para a melhora de qualidade de vida da criança com a síndrome.

  1. Diversidade de resultados no estudo do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia G. Oliveira

    Full Text Available Com este artigo pretende-se abordar a problemática da diversidade de dados na investigação do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH. Apresenta-se uma revisão da literatura centrada na heterogeneidade de conclusões relativas à caracterização do transtorno, à distinção dos subtipos, aos contextos de informação, às diferenças de gênero e à comorbidade. Na tentativa de compreender a disparidade de conclusões, salientam-se potenciais fatores explicativos, nomeadamente a heterogeneidade das amostras, a diversidade de metodologias e de procedimentos de investigação, entre outros. A revisão efetuada baseou-se, majoritariamente, em publicações referenciadas pelas bases de dados PsycInfo e ERIC, e, pontualmente, PubMed e Elsevier Direct.

  2. O papel do transtorno depresssivo maior no transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos

    OpenAIRE

    Aline Gonçalves Fischer

    2006-01-01

    Há poucos estudos voltados para a heterogeneidade do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em adultos, apesar de ser um transtorno psiquiátrico comum. As freqüentes associações do TDAH com outros problemas psiquiátricos aumentam a sua morbidade. Dentre essas comorbidades, destacase o transtorno depressivo maior (TDM), que além de ser freqüente influencia o impacto e a abordagem terapêutica do TDAH. Foram avaliados 320 adultos em atendimento ambulatorial para TDAH. O diagnósti...

  3. Transtorno afectivo bipolar: perfil fármaco-terapéutico y adhesión a la medicación

    OpenAIRE

    Miasso, Adriana Inocenti; Mercedes, Bruna Paiva do Carmo; Tirapelli, Carlos Renato

    2012-01-01

    Este estudo teve como objetivos verificar a adesão de portadores de transtorno afetivo bipolar (TAB) à terapêutica medicamentosa e identificar possíveis causas de adesão e não adesão ao medicamento de acordo com o perfil farmacoterapêutico. Trata-se de estudo transversal, descritivo, realizado em Núcleo de Saúde Mental de um município do interior paulista. Participaram do estudo 101 pacientes com TAB. Para coleta dos dados, utilizou-se a entrevista estruturada e o teste de Morisky-Green e, pa...

  4. Música e dor crônica músculoesquelética: o potencial evocativo de imagens mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leão Eliseth Ribeiro

    2004-01-01

    Full Text Available Noventa mulheres com diagnósticos de fibromialgia, lesão por esforços repetitivos/doenças osteoarticulares, relacionadas ao trabalho (LER/DORT, e afecções relacionadas à coluna vertebral foram submetidas à audição individual de três peças musicais. Os dados foram obtidos por meio de entrevista e a intensidade da dor foi avaliada pela escala numérica verbal (0-10 antes e ao término da audição musical. As imagens mentais foram quantificadas mediante a análise de desenhos realizados durante cada audição. Os três grupos apresentaram redução estatisticamente significativa da intensidade da dor ao final da audição musical (p<0,001. As imagens mentais não diferiram quantitativamente, entre Ravel e Wagner. O Mix apresentou resultados quantitativamente inferiores. As estruturas musicais se relacionaram à produção de imagens e o efeito terapêutico observado, sugerindo que análises nesse sentido podem contribuir para a utilização da música pela Enfermagem.

  5. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida? Eating disorders: disease or life style?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-01-01

    Full Text Available A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.The internet is a new space of reconfiguration of the social relationship therefore young people with eating disorders have been using the net as a way of expressing themselves, through the pro-anorexia and bulimia communities. This paper attempt to understand the difference between hegemonic approaches and the belief of these young people, from anthropological theories about the health and the disease, the bioascese and feminist theories. Using the interpretation of meanings it's noticed that the eating disorders are considered lifestyles whereby we seek to escape the suffering through the control of bodies and desires. There is a plot between control, power and domination, in which young people plead for autonomy and independence, the society defines and regulates their bodies, and thus impose a domination, and the professionals having the health discourses as bases, intend to teach them how to control their bodies, exerting somewhat a power over the other.

  6. Estado atual da clínica psiquiátrica do transtorno obsessivo-compulsivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana G . Hounie

    Full Text Available Este artigo revisa a literatura sobre o transtorno obsessivocompulsivo com o objetivo de informar o estado atual da pesquisa científica nesse tema. Os autores citam a literatura internacional buscando enfatizar a pesquisa nacional, principalmente a pesquisa do seu grupo, o Projeto Transtornos do espectro Obsessivo-compulsivo.

  7. Comunicação e transtornos do espectro do autismo: análise do conhecimento de professores em fases pré e pós-intervenção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Regina Nunes Misquiatti

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo analisar o conhecimento de professores de ensino fundamental sobre a comunicação de pessoas com transtornos do espectro do autismo, em dois momentos distintos, pré e pós-intervenção. Métodos trata-se de um estudo descritivo comparativo, em que participaram 160 professores de escolas municipais de ensino fundamental, de ambos os gêneros, com idades entre 23 e 65 anos. Para verificar o conhecimento dos professores sobre a comunicação nos transtornos do espectro do autismo, foi elaborado e aplicado um questionário especificamente para este estudo. O instrumento, oferecido aos professores, foi aplicado em dois momentos distintos, pré e pós-intervenção. O procedimento de intervenção constou de dois encontros, de quatro horas cada, conduzidos por fonoaudiólogos e entrega de manual de orientação sobre os transtornos do espectro do autismo, com ênfase em aspectos da comunicação e linguagem. Foram analisadas e comparadas as respostas pré e pós-intervenção. Os resultados foram tratados estatisticamente (p<0,05 e em alguns casos p<0,01; foi utilizado o teste de Qui-quadrado para Proporções. Resultados foi possível observar que os professores apresentavam conhecimento restrito sobre a comunicação nos transtornos do espectro do autismo e sobre esses quadros clínicos de modo geral. Além disso, verificou-se aumento significante de respostas corretas por parte dos professores após a intervenção. Conclusão constatou-se um restrito conhecimento dos professores sobre a comunicação nos transtornos do espectro do autismo e efeitos positivos do procedimento de intervenção, por meio da análise comparativa entre as fases pré e pós-intervenção, que evidenciou aumento significante de respostas adequadas sobre os transtornos do espectro do autismo.

  8. Imunologia do transtorno bipolar Immunology of bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabela Guimarães Barbosa

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Pesquisas recentes têm implicado fatores imunes na patogênese de diversos transtornos neuropsiquiátricos. O objetivo do presente trabalho é revisar os trabalhos que investigaram a associação entre transtorno bipolar e alterações em parâmetros imunes. MÉTODOS: Artigos que incluíam as palavras-chave: "bipolar disorder", "mania", "immunology", "cytokines", "chemokines", "interleukins", "interferon" e "tumor necrosis factor" foram selecionados em uma revisão sistemática da literatura. As bases de dados avaliadas foram MedLine e Scopus, entre os anos de 1980 e 2008. RESULTADOS: Foram identificados 28 trabalhos que estudaram alterações imunes em pacientes com transtorno bipolar. Seis artigos investigaram genes relacionados à resposta imune; cinco, autoanticorpos; quatro, populações leucocitárias; 13, citocinas e/ou moléculas relacionadas à resposta imune e seis, leucócitos de pacientes in vitro. CONCLUSÕES: Embora haja evidências na literatura correlacionando o transtorno bipolar a alterações imunes, os dados não são conclusivos. O transtorno bipolar parece estar associado a níveis mais elevados de autoanticorpos circulantes, assim como à tendência à ativação imune com produção de citocinas pró-inflamatórias e redução de parâmetros anti-inflamatórios.OBJECTIVE: Emerging research has implicated immune factors in the pathogenesis of a variety of neuropsychiatric disorders. The objective of the present paper is to review the studies that investigated the association between bipolar disorder and immune parameters. METHODS: Papers that included the keywords "bipolar to disorder", "mania", "immunology", "cytokines", "chemokines", "interleukins", "interferon" and "tumor necrosis factor" were selected in a systematic review of the literature. The evaluated databases were MedLine and Scopus in the period between 1980 and 2008. RESULTS: Twenty eight works were found. Six studies investigated immune response

  9. Quando a instituição escolar contribui para a violência: um olhar sobre os portadores de transtornos de aprendizagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Moreira Gomes

    2012-10-01

    Full Text Available Falar sobre violência na escola parece investir em assunto corriqueiro e com ares de modernidade, atribuindo a esta o sentido de um problema que se agiganta. No entanto, podemos afirmar que a escola não está dando conta de seus alunos reais porque ela continua sendo a escola ideal para alunos ideais. Estudos comprovam que as dificuldades de aprendizagem trazem em seu bojo, no caso específico dos transtornos de aprendizagem, um fator importante a ser considerado que é o desconhecimento do assunto por parte dos educadores. Este fato, aliado a situações de bulling, é, comprovadamente, um dos fatores desencadeadores da violência escolar.

  10. Transtorno de estresse pós-traumático em vítimas de acidentes rodoviários graves: análise de fatores preditores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Sofia Fernandes Pires

    2013-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Os acidentes rodoviários são acontecimentos potencialmente traumáticos que podem originar transtornos psicológicos, designadamente transtorno de estresse pós-traumático (TEPT. Os estudos são controversos quanto ao poder preditivo da dissociação peritraumática e os sintomas de transtorno de estresse agudo (TEA para predizer TEPT, mas referem que as mulheres reportam mais sintomas de transtorno pós-exposição traumática. OBJETIVO: Analisar o contributo da dissociação peritraumática, dos sintomas de TEA e do gênero para predizer TEPT quatro meses após o acidente. MÉTODO: Cento e vinte e quatro homens e mulheres, vítimas de acidentes graves, avaliados no hospital (t1 e reavaliados quatro meses depois (t2. RESULTADOS: Entre os participantes, 64,5% apresentam TEA (t1 e 58,9%, TEPT (t2. Os sintomas de dissociação peritraumática e TEA correlacionam-se positivamente com os sintomas de TEPT. As mulheres reportam mais dissociação peritraumática, TEA e TEPT. A dissociação peritraumática, o TEA e o gênero (feminino explicam 26,8% da variância de TEPT, sendo o contributo do gênero marginalmente significativo. CONCLUSÕES: O número de vítimas com sintomas de TEPT após acidente grave é elevado e os sintomas peritraumáticos são preditores de TEPT, sugerindo a necessidade de considerar os sintomas iniciais na prevenção de transtorno posterior.

  11. Educação inclusiva e alunos com transtorno mental: um desafio interdisciplinar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Gonsales Sanches

    Full Text Available Esse estudo possui seu enfoque nas representações sociais das famílias dos alunos com diagnóstico de Transtorno Mental, frente à perspectiva de sua inclusão em classe comum da rede de ensino e, matriculados em Programa de Educação Especial no município de Indaiatuba, cujo objetivo central era a política sociopedagógica da inclusão. Realizaram-se dois estudos de casos, de natureza descritiva, a partir de entrevistas semi-estruturadas e gravadas, com duas mães com filhos nessa condição. Nos depoimentos, as mães revelaram que os profissionais de educação e saúde passam ao largo das proposições da Educação Inclusiva e, sobretudo, não há discussões intersetoriais e complementaridade de ações que facultam ao aluno o direito de que sua existência-sofrimento seja minimizada e ampliados os contextos sociais inclusivos.

  12. Neuroanatomia do transtorno de pânico Neuroanatomy of panic disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Andre Mezzasalma

    2004-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O Transtorno de Pânico (TP é um transtorno de ansiedade que permite um estudo comparativo de modelos animais visando à elucidação dos circuitos cerebrais envolvidos na sua gênese, embora estes ainda tenham sido pouco discutidos. MÉTODOS: Os autores realizam uma revisão da literatura sobre neurobiologia e neuroanatomia do TP. RESULTADOS: Uma revisão de dados demonstra a existência de uma "rede de medo", que tem como ponto principal o núcleo central da amígdala e compreende o hipotálamo, o tálamo, o hipocampo, a substância cinzenta periaquedutal, o locus ceruleus e outras estruturas do tronco cerebral. Sua presença é evidenciada em estudos de modelos animais de estados emocionais e comportamentais, e sua presença e importância podem ser extrapoladas para o TP em humanos. CONCLUSÃO: Esta rede de medo pode permitir que novos avanços e estudos utilizando técnicas de neuroimagem e/ou psicofármacos possam auxiliar na maior elucidação da circuitos cerebrais do TP.OBJECTIVES: Animal model studies may allow greater elucidation of the cerebral circuits involved in the genesis of panic disorder (PD, but these studies have not yet been fully analyzed. METHODS: The authors review recent literature on the neurobiology and neuroanatomy of PD. RESULTS: In this update, the authors present a revision of data that demonstrates the existence of a "fear network", which has as its main point the central nucleus of the amygdale and includes the hypothalamus, the thalamus, the hippocampus, the periaqueductal gray region, the locus ceruleus and other brainstem structures. Its existence is evidenced in animal studies of emotional and behavioral states, and its presence and importance can be extrapolated to the study of PD in humans. CONCLUSION: This fear network can allow new progresses and studies using neuroimaging techniques and/or psychopharmacological trials, further elucidating the cerebral circuits of PD.

  13. Tratamento do transtorno de ansiedade social em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Isolan,Luciano; Pheula,Gabriel; Manfro,Gisele Gus

    2007-01-01

    CONTEXTO: Transtorno de ansiedade social é um transtorno incapacitante e altamente prevalente em crianças e adolescentes ao longo da vida, de acordo com os critérios do DSM-IV, variando de 0,7% a 3,5%. Se não tratado, pode interferir no funcionamento emocional, social e escolar. OBJETIVOS: Avaliar a evidência atual para a eficácia e efetividade de intervenções farmacológicas e psicoterápicas no tratamento do transtorno de ansiedade social na infância e na adolescência. MÉTODOS: Pesquisas fora...

  14. Propriedades psicométricas da Escala de Responsividade Social-2 para Transtornos do Espectro Autista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabela Guimarães Barbosa

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo O objetivo deste trabalho foi avaliar as propriedades psicométricas da versão em português da Escala de Responsividade Social-2 (ERS-2 para crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista (TEA. Métodos A ERS-2 foi respondida pelos pais de 90 pacientes com TEA e 25 controles saudáveis. Análises quanto à validade discriminante, índices de confiabilidade e separação, de adequação e calibração dos itens pelo modelo Rasch foram realizadas. Resultados A ERS-2 demonstrou boa consistência interna (alfa de Cronbach = 0,952, um ponto de corte de 41, sensibilidade de 96,8%, especificidade de 100% e valor preditivo negativo de 99,9% para a identificação de TEA. As subescalas apresentaram, de forma geral, adequação ao modelo. No entanto, alguns itens se apresentaram pouco consistentes do ponto de vista estatístico (correlação item-total negativas e misfitting. O mapa de itens mostrou má cobertura da variável latente, especialmente no espectro mais leve do TEA. Conclusão Os resultados deste estudo mostraram que a versão em português da ERS-2 pode ser utilizada como ferramenta de triagem para o reconhecimento de TEA em crianças e adolescentes brasileiros. A escala pode ter versões futuras aprimoradas com a substituição dos itens com pior desempenho.

  15. Avanços no diagnóstico do transtorno do humor bipolar Advances in the diagnosis of bipolar mood disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Igor Alcantara

    2003-04-01

    Full Text Available Atualmente, vemos transformações no diagnóstico do Transtorno de Humor Bipolar (THB. A prática clínica exige conhecimento mais detalhado da correlação THB - outras doenças psiquiátricas. Nessa revisão não-sistemática, foram abordados aspectos diagnósticos do THB: a histórico, b Espectro Bipolar, c Depressão Atípica (DeA e Disforia Histeróide, d Estados Mistos, e relação THB-Transtornos de Ansiedade, f relação com o diagnóstico de Transtorno de Personalidade Borderline (TPB, g contraponto ao conceito de espectro bipolar. A doença é conhecida desde a Grécia Antiga. Os estudos baseados nas publicações de Hagop Akiskal expandem o diagnóstico para além dos critérios usualmente utilizados, criando o conceito de espectro bipolar. A alta prevalência de comorbidade entre THB e Transtornos de Ansiedade corroboram que ambos compartilham o mesmo substrato neurobiológico. O debate demonstra que não há consenso, expondo a fragilidade dos nossos métodos diagnósticos. Entretanto, a revisão mostra a utilidade de sempre considerar o THB como diagnóstico diferencial.Nowadays, the diagnostic criteria for bipolar disorder (BD have been changed. We need a better awareness about BD-another psychiatry diseases correlation for a good clinical practice. The authors conducted a non-systematic review about some diagnostic topics in BD: a history, b bipolar spectrum, c atypical depression and hysterical disforia, d mixed states, e BD and anxious disorders comorbidity, f BD and borderline personality disorder relationship, g bipolar spectrum contest. The BD has been investigated since Hypocrites time. The studies based on Akiskal's ideas put the BD diagnostic beyond the common diagnostics criteria, establishing a new entity called bipolar spectrum. The high prevalence of comorbidity between BD and anxious disorders perhaps confirm the evidence that they share a same neurobiological substratum. There is no consensus and we realize that

  16. Aplicação da estimulação magnética transcraniana de repetição no tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo e outros transtornos de ansiedade Repetitive transcranial magnetic stimulation as a treatment for obsessive-compulsive disorder and other anxiety disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Gustavo S. Mansur

    2004-01-01

    Full Text Available A estimulação magnética transcraniana de repetição (EMTr vem sendo amplamente investigada como ferramenta terapêutica em transtornos psiquiátricos, especialmente a depressão. Neste trabalho, compilamos as informações provenientes de estudos que investigaram as aplicações da EMTr no tratamento dos transtornos de ansiedade: transtorno do pânico (TP, transtorno de estresse pós-taumático (TEPT, transtorno de ansiedade generalizada (TAG e especialmente o transtorno obsessivo compulsivo (TOC. Três estudos foram publicados abordando o tratamento do TOC, sendo que utilizaram metodologias e parâmetros de aplicação extremamente diversos, dificultando a obtenção de informações conclusivas sobre a efetividade deste tratamento. Quatro estudos publicados sobre TEPT e EMTr também apresentam dados conflitantes e pouco comparáveis, mas destaca-se publicação recente com desenho duplo-cego e resultados positivos. Quanto ao TP e o TAG, apenas pequenas investigações iniciais foram realizadas. Conclusão: Apesar dos estudos citados, não há dados conclusivos sobre a eficácia terapêutica da EMTr nos transtornos de ansiedade. Isto se dá especialmente devido aos estudos com amostras pequenas e desenho aberto. Portanto, devem ser realizados estudos mais aprofundados para que possamos obter estas respostas.Repetitive transcranial magnetic stimulation (rTMS have been widely studied as a therapeutic method in psychiatric disorders, specially in major depression. In this paper, we have compiled the information from studies concerning the use of rTMS as a therapeutic tool for anxiety disorders: panic disorder (PD, post-traumattic stress disorder (PTSD, generalized anxiety disorder (GAD and mainly obsessive-compulsive disorder (OCD.Three studies have been published concerning treatment of OCD with rTMS, but they are very different in their methods and in the application parameters and location, making it difficult to draw any conclusion about

  17. Notas sobre a história oficial do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade TDAH

    OpenAIRE

    Caliman, Luciana Vieira

    2010-01-01

    Este artigo constrói inicialmente uma cartografia dos discursos históricos do diagnóstico do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH). Em seguida, dois momentos-chave da história oficial do diagnóstico são analisados: as descrições do médico inglês George Still, de 1902, e a síndrome da encefalite letárgica, na primeira metade do século XX. Em tais análises, é dado relevo aos elementos morais e políticos da história oficial do TDAH - eles fazem parte dos níveis mais profundos da...

  18. Incidência de transtornos metabólicos subclínicos em bovinos leiteiros na região oeste de Santa Catarina

    OpenAIRE

    Eliana Lucia Fiorentin

    2016-01-01

    O manejo da vaca leiteira durante o período de transição tem sido objeto de estudo de diversas pesquisas devido às severas adaptações dos rebanhos animais ao metabolismo dos carboidratos, lipídeos e minerais no início da lactação. O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de transtornos metabólicos subclínicos, dentre eles cetose, lipidose hepática, hipocalcemia, acidose ruminal, deficiência de fósforo, hipomagnesemia, e deficiência de cobre e zinco, em bovinos leiteiros da região O...

  19. Cholesterol levels in panic disorder, generalized anxiety disorder and major depression Níveis de colesterol no transtorno de pânico, transtorno de ansiedade generalizada e depressão maior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ACIOLY L.T. LACERDA

    2000-06-01

    Full Text Available Serum plasma total cholesterol levels were measured in 85 male or female outpatients with panic disorder (PD; N=41, generalized anxiety disorder (GAD; N=23 and major depression (MD; N=21 according to DSM-IV criteria. All the patients had a mean cholesterol level within the normal range; males (N=22 and females (N=63 had approximately the same serum cholesterol levels (p > .05. No significant differences in cholesterol levels emerged between PD, GAD and MD patient groups. Both female PD and female GAD subjects had a mean cholesterol level similar to their male counterparts (p>.05. It is concluded that both Hayward and colleagues and Bajwa et al. findings could not be replicated by our study.Foram medidos os níveis plasmáticos de colesterol total em 85 pacientes ambulatoriais com transtorno de pânico (TP; N = 41, transtorno de ansiedade generalizada (TAG; N = 23 e depressão maior (DM; N = 21, diagnosticados de acordo com os critérios do DSM-IV. O grupo de pacientes apresentou média do nível de colesterol dentro da faixa normal; homens (N = 22 e mulheres (N = 63 tiveram aproximadamente os mesmos níveis séricos de colesterol (p > 0,05. Não foram observadas diferenças nos níveis de colesterol entre os grupos de pacientes com TP, TAG e DM. Mulheres com TP e as com TAG apresentaram média dos níveis de colesterol semelhante aos seus pares masculinos (p > 0,05. Conclui-se que os resultados obtidos por Hayward et al. e por Bajwa et al. não foram replicados neste estudo.

  20. Anticonvulsivantes e antipsicóticos no tratamento do transtorno bipolar Anticonvulsants and antipsychotics in the treatment of Bipolar Disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Alberto Moreno

    2004-10-01

    Full Text Available O transtorno bipolar é uma condição médica complexa e até o momento não há um tratamento único comprovadamente eficaz no controle de todos aspectos da doença. Foram revisadas a literatura disponível sobre o uso de anticonvulsivantes (valproato, carbamazepina, oxcarbazepina, lamotrigina, gabapentina, topiramato, clonazepam e antipsicóticos atípicos (clozapina, risperidona, olanzapina, quetiapina, ziprasidona e aripiprazole no tratamento agudo e profilático do transtorno bipolar. Existe um acúmulo de evidências acerca da eficácia do lítio na profilaxia e de ser melhor no tratamento da mania aguda do que nos episódios depressivos. Outros dados indicam que a carbamazepina e o valproato são eficazes na mania aguda. A lamotrigina parece reduzir ciclagem e ser eficaz em episódios depressivos. Baseado nas informações disponíveis, as evidências apontam a olanzapina como o antipsicótico atípico mais apropriado no tratamento de pacientes bipolares em mania, embora existam estudos sugerindo a eficácia da risperidona, aripiprazol e da clozapina. Resultados preliminares avaliando a eficácia de ziprasidona e quetiapina no transtorno bipolar ainda são bastante limitadas. Não há dados consistentes apoiando o uso profilático dos novos antipsicóticos.Bipolar disorder is a complex medical condition, and up to the date there is no single treatment with proven efficacy in the control of all aspects of the illness. The available literature on the use of anticonvulsants (valproate, carbamazepine, oxcarbazepine, lamotrigine, gabapentin, topiramate, clonazepam and atypical antipsychotics (clozapine, risperidone, olanzapine, quetiapine, ziprasidone, and aripiprazole for acute and prophylactic treatment of bipolar disorder was reviewed. There is a large amount of evidence that lithium is efficacious in the prophylaxis of episodes and better for acute mania than for depressive episodes. Other data show that carbamazepine and valproate are

  1. Comorbidade no transtorno de estresse pós-traumático: regra ou exceção? Comorbidities in posttraumatic stress disorder: rule or excemption?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Margis

    2003-06-01

    Full Text Available O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT com frequência ocorre conjuntamente com outros transtornos psiquiátricos. Este artigo revisa o TEPT e comorbidades, tais como: transtornos de ansiedade, uso de substâncias, transtorno de humor, tentativas de suicídio, transtorno dissociativo e transtorno somatoforme.Posttraumatic stress disorder (PTSD commonly occurs in conjunction with other psychiatric disorders. The present article reviews PTSD and its comorbidities such as anxiety disorders, substance abuse, mood disorders, suicide attempts, dissociative disorder and somatoform disorder.

  2. Grupo multifamiliar no contexto dos Transtornos Alimentares: a experiência compartilhada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Antônio Santos

    2016-01-01

    Full Text Available Este estudio trata de explorar la experiencia compartida por los cuidadores que participaron en un grupo de apoyo para familiares de personas diagnosticadas con trastornos alimenticios (TA, buscando identificar los sentimientos experimentados y la posible reinterpretación de sus experiencias como cuidadores. Fueron analizadas cinco sesiones del Grupo de Apoyo Psicológico a Familiares, al que asistieron 23 familiares de pacientes registrados en una clínica especializada en TA en el estado de São Paulo, Brasil. Los datos fueron sometidos a análisis de contenido temático e interpretados a la luz de la teoría psicodinámica. Los resultados indican que los miembros de la familia tratan de comprender las causas del problema, perciben el miembro afectado por el trastorno como emocionalmente inmaduro, experimentan sentimientos de culpa y déficits de auto-cuidado, se benefician de la presencia del padre durante el tratamiento y de otros miembros de la familia que no sean las madres, y aprovechan el grupo para reforzar su papel como cuidadores familiares. Se hizo evidente que el grupo puede funcionar como una alternativa importante en la construcción de relaciones más sanas, induciendo cambios en la dinámica familiar.

  3. Direitos das pessoas com transtorno mental autoras de delitos The rights of criminally insane individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludmila Cerqueira Correia

    2007-09-01

    Full Text Available O Movimento pela Reforma Psiquiátrica tem subsidiado propostas de reorientação do modelo assistencial hegemônico em saúde mental. Para a assistência às pessoas com transtorno mental autoras de delitos instituiu-se o manicômio judiciário, atualmente denominado Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP. A manutenção dessa estrutura, reconhecida como instituição total, tem reforçado a exclusão individual, limitando a reinserção social dos internos. Este artigo discute o direito à saúde nos HCTP na perspectiva dos direitos humanos. Os avanços conferidos pela Política Nacional de Saúde Mental não têm contemplado a reorientação da prática assistencial desenvolvida no âmbito do HCTP. Essa instituição tem preservado o seu caráter asilar/segregacionista, evidenciando uma tradição fundada na negação dos direitos humanos. O avanço normativo não consolida, de per si, a materialização das recentes conquistas advindas a partir da Reforma Psiquiátrica, particularmente quanto ao segmento das pessoas com transtorno mental autoras de delitos. O Estado, em co-responsabilidade com a sociedade, deve promover a efetiva reorientação do modelo de atenção à saúde dessas pessoas, cuja responsabilidade penal deverá ser reconhecida ao tempo em que se propicie o tratamento especializado. O respeito aos direitos humanos não implica a inimputabilidade.The Psychiatric Reform Movement has supported proposals to reorient the hegemonic mental health care model. In Brazil, a facility for the criminally insane was created, called the Custody and Psychiatric Treatment Hospital (CPTH. The maintenance of such a structure, known as total institutionalization, has reinforced individual exclusion, limiting the patients' social rehabilitation. This article discusses the right to health in the CPTH from a human rights perspective. The advances achieved in Brazil under the National Mental Health Policy have failed to include

  4. As bases neurobiológicas do transtorno obsessivo-compulsivo e da síndrome de Tourette The neurobiological bases of obsessive-compulsive disorder and Tourette syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos T. Mercadante

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar as teorias e evidências das bases neurobiológicas do transtorno obsessivo-compulsivo e da síndrome de Tourette. FONTES DOS DADOS: Revisão dos estudos que investigam a neuroanatomia, neuroimagem, genética e imunologia desses transtornos. SÍNTESE DOS DADOS: Os comportamentos ritualísticos e pensamentos repetitivos têm sido cada vez mais estudados em nosso meio. As definições dessas entidades formam um continuum espectral de sintomas com prevalência significativa na população. CONCLUSÕES: Os avanços das neurociências possibilitaram a exploração dos aspectos genéticos do sistema nervoso central e seu funcionamento, fornecendo novas perspectivas para o tratamento de pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo e síndrome de Tourette.OBJECTIVE: To describe and discuss evidence-based articles on the neurobiology of obsessive-compulsive disorder and Tourette syndrome. SOURCES OF DATA: A review of the most relevant papers on the phenomenology, neuroanatomy, neuroimaging, genetic and immunological aspects of these two disorders was performed. SUMMARY OF THE FINDINGS: Ritualistic behaviors and repetitive thoughts have been extensively studied in the last years. The definitions of obsessive-compulsive disorder and Tourette syndrome emphasize the existence of a continuum of symptoms, with high prevalence in the general population. Neurobiological findings have implicated genetic and immunological factors in the etiology of these two disorders. CONCLUSIONS: Advances in neuroscience triggered genetic and immunological research studies, allowing new perspectives on the treatment of obsessive-compulsive disorder and Tourette syndrome patients.

  5. O impacto da relação mãe-filha no desenvolvimento da autoestima e nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Sopezki

    2008-12-01

    Full Text Available Nesse artigo dois fatores de risco para os transtornos alimentares são analisados, bem como sua inter-relação contribuinte no desenvolvimento e manutenção da anorexia nervosa e da bulimia nervosa, em mulheres: a relação mãe-filha e a autoestima. Entre as necessidades humanas está a de estima, ou seja, a necessidade de autoestima e estima por parte dos outros. As mães tendem a vivenciar suas filhas mulheres como menos separadas delas, devido a componentes narcisistas que prevalecem nesta dupla como identificação e simbiose. No caso das mulheres com transtornos alimentares algo se inverteu no processo de interação entre mãe-filha prejudicando o vínculo entre elas. A formação da adequada autoestima depende profundamente do olhar amoroso de apreciação por uma pessoa significativa, a mãe, porque nunca é com seus próprios olhos que a criança se vê, mas sempre com os olhos do outro. O ver-se numa identificação com esse olhar dirigido para si constitui o narcisismo, a sua própria autoestima e dependendo do tipo de apego existente entre essa dupla, a autoestima da filha terá nuances diferenciadas.   Palavras-chave: transtornos alimentares; vínculo mãe-filha; autoestima.

  6. Repercussões do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH na Experiência Universitária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Tochetto de Oliveira

    Full Text Available Buscou-se verificar de que forma o diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH, ou a presença dos sintomas do transtorno, interfere na vida acadêmica de estudantes universitários. Realizou-se uma revisão sistemática de literatura com os descritores estudantes universitários/college students e TDAH/ADHD nas bases de dados Scielo Brasil, Index Psi, Redalyc, Medline, ePsycARTICLES no período de 2004 a 2014. Foram encontrados 53 artigos e, destes, 15 foram analisados. Os trabalhos visavam apontar as semelhanças e as diferenças entre estudantes universitários com e sem sintomas ou diagnóstico de TDAH quanto a variáveis que podem afetar a experiência universitária, bem como descrever o transtorno nessa população. Os jovens com e sem TDAH tendem a ser semelhantes no que se refere ao autoconceito e ao bem-estar psicológico, mas diferentes quanto à adaptação à universidade e às preocupações com o desempenho acadêmico. Esta revisão oferece um panorama sobre o que já se sabe sobre TDAH em estudantes universitários e sobre a forma como os estudos com esse público têm sido realizados.

  7. Transtorno de estresse pós-traumático: formulação diagnóstica e questões sobre comorbidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Câmara Filho José Waldo S

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Atualizar os principais aspectos relacionados ao quadro clínico e ao diagnóstico do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT, assim como discutir sua validade como entidade nosológica e sua comorbidade. MÉTODOS: Descrição da sintomatologia clínica, detendo-se em seu significado fenomenológico, e revisão da literatura sobre comorbidade e validação diagnóstica. RESULTADOS: O TEPT tem sua apresentação clínica dividida em três grupos sintomatológicos relacionados à reexperiência traumática, ao comportamento de esquiva e distanciamento emocional e à hiperexcitabilidade psíquica. A estruturação diagnóstica do TEPT, especialmente a validade do constructo, vem sendo confirmada por evidências crescentes oriundas de estudos de natureza epidemiológica e neurobiológica. A prevalência de transtornos co-mórbidos próxima a 80% desperta a atenção sobre a maneira em que é conceituado o diagnóstico. Questiona-se se a imprecisão descritiva dos critérios diagnósticos, permitindo a sobreposição de sintomas de outros transtornos, não estaria contribuindo para uma superestimação da prevalência co-mórbida. CONCLUSÃO: O TEPT é considerado válido como diagnóstico, reconhecendo e legitimando a condição clínica, não necessariamente temporária, derivada essencialmente do trauma psicológico.

  8. Haloperidol em doenças mentais: Contribuição clínica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waltek N. Cardo

    1965-03-01

    Full Text Available Após rápido relato dos principais trabalhos publicados a respeito do Haloperidol, os autores relatam sua experiência no tratamento de 82 pacientes hospitalizados, em sua maioria esquizofrênicos. O tratamento foi iniciado, em geral, com a dose diária de 1 mg, aumentada, gradualmente, até dose diária máxima variável entre 3 e 16 mg. Concluíram ter o Haloperidol nítida ação sedativa e alucinolítica e ser principalmente indicado no tratamento dos casos de mania e esquizofrenia forma paranóide, como também em outras psicoses com predominância de agitação psicomotora e/ou síndrome delirante-alucinatória. As formas hebefrênica e catatônica da esquizofrenia também se beneficiam com o tratamento. Quanto aos efeitos secundários, a maioria dos pacientes apresentou síndrome de impregnação (síndrome acineto-hipertônica, quase todos insônia, alguns acatisia; apenas em um caso foram assinalados distúrbios neurovegetativos intensos para o lado do aparelho cardiovascular. Foram assinaladas alterações eletrencefalográficas difusas que desapareceram após o término do tratamento.

  9. Transtorno desafiador de oposição: uma revisão de correlatos neurobiológicos e ambientais, comorbidades, tratamento e prognóstico Oppositional defiant disorder: a review of neurobiological and environmental correlates, comorbidities, treatment and prognosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Antonia Serra-Pinheiro

    2004-12-01

    Full Text Available Transtorno desafiador de oposição (TDO é uma entidade diagnóstica independente, mas é freqüentemente estudada em conjunto com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH ou com transtorno de conduta (TC. O objetivo deste artigo é o de fazer uma revisão das evidências existentes, obtidas por meio da base de dados PubMed, sobre achados neurobiológicos no transtorno desafiador de oposição, funcionamento familiar e escolar, comorbidades, prognóstico e opções terapêuticas para transtorno desafiador de oposição. A evidência de correlatos hormonais, genéticos e neurofuncionais de transtorno desafiador de oposição, a conexão com a família, as relações e desempenho escolares, a associação com transtornos do humor, ansiosos e disruptivos, o risco de evolução para transtorno de conduta e de persistência de sintomas de transtorno desafiador de oposição são descritos. Uma revisão do efeito da Terapia Cognitivo-Comportamental e tratamento farmacológico é apresentada. A análise das evidências disponíveis mostra que o impacto de transtorno desafiador de oposição não deve ser ignorado e que o transtorno desafiador de oposição deve ser devidamente abordado. O impacto do tratamento de transtorno desafiador de oposição no prognóstico de longo prazo dos pacientes ainda precisa ser determinado.Oppositional defiant disorder (ODD is an independent diagnostic entity but it is frequently studied in conjunction with Attention-Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD or Conduct Disorder (CD. The purpose of this paper is to review the extant evidence, through the PubMed database, on the neurobiological correlates of oppositional defiant disorder and also describe the familiar and school functioning, comorbidities, prognosis and therapeutic options for oppositional defiant disorder. Evidence of hormonal, genetic and neurofunctional findings in oppositional defiant disorder, correlation with the family, school relations

  10. Validity of the Mood Disorder Questionnaire in a Brazilian psychiatric population Validação da versão em português do Questionário de Transtornos do Humor em uma população brasileira de pacientes psiquiátricos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena S. Castelo

    2010-12-01

    átrico completaram a versão brasileira do questionário de transtornos do humor. Um psiquiatra pesquisador, cego para os escores da versão brasileira do questionário de transtornos do humor, entrevistou os participantes por meio do módulo de transtornos do humor da entrevista clínica estruturada para o DSM-IV ("padrão-ouro". RESULTADOS: A consistência interna da versão brasileira do questionário de transtornos do humor, avaliada por meio do coeficiente alfa de Cronbach, foi de 0,76 (IC 95%; 0,69-0,92. Uma análise de componentes principais com rotação ortogonal indicou fator de "irritabilidade-pensamentos acelerados" e outro de "energia-atividade", que explicaram 39,1% da variação dos escores. De acordo com o padrão-ouro, 69 (60,5% dos participantes tiveram um diagnóstico de transtornos bipolares. Um escore do questionário de transtornos do humor de 8 ou mais itens apresentou uma sensibilidade de 0,91 (IC 95%; 0,85-0,98, especificidade de 0,70 (IC 95%; 0,62-0,75, valor preditivo positivo de 0,82 (IC 95%; 0,75-0,88 e valor preditivo negativo de 0,84 (IC 95%; 0,77-0,90. CONCLUSÃO: Os resultados do presente estudo demonstram que a versão brasileira do questionário de transtornos do humor é um instrumento válido para o rastreio de transtornos bipolares. O instrumento necessita de validação em outros contextos (p.ex., serviços primários.

  11. Sexualidade e Transtorno do Espectro Autista: relatos de familiares

    OpenAIRE

    Vieira, Ana Carla [UNESP

    2016-01-01

    A educação sexual é um processo contínuo por meio do qual se aprende sobre aspectos da sexualidade; uma dimensão ampla e complexa que se desenvolve ao longo da vida das pessoas em suas interações com elementos sociais, culturais, econômicos, históricos e biológicos. Pessoas com deficiências como o Transtorno do Espectro Autista ou Síndrome de Asperger (TEA/SA) são comumente infantilizadas e a expressão de sua sexualidade é permeada de mitos. Além disso, geralmente não recebem educação sexual,...

  12. Adoecimento mental incapacitante: benefícios previdenciários no Brasil entre 2008-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Silvestre da Silva Junior

    2014-02-01

    Full Text Available O objetivo dessa comunicação foi analisar a variação do perfil dos benefícios previdenciários por transtornos mentais e comportamentais e sua relação com o trabalho. Foram utilizados dados secundários da Previdência Social brasileira de 2008 a 2011. Foram calculadas taxas de variação média anual no período acerca da população economicamente ativa, número de segurados, benefícios auxílio-doença concedidos em geral e, especificamente, os relativos a transtornos mentais e comportamentais. Os transtornos mentais mantêm-se como a terceira causa das concessões. Houve aumento médio anual de 0,3% de novas concessões, com queda de 2,5% da incidência média anual. Foram considerados relacionados ao trabalho 6,2% dos casos, na média, principalmente decorrentes de transtornos de humor.As autoridades governamentais devem usar os dados da Previdência Social para auxiliar no debate sobre políticas públicas de saúde mental.

  13. Inclusão escolar de estudantes com transtorno do espectro autista (TEA no ensino fundamental II

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Relma Urel Carbone Carneiro

    2017-11-01

    Full Text Available Este estudo apresenta uma reflexão sobre a inclusão escolar de alunos com Transtorno do Espectro Autista TEA, clientela pertencente ao público alvo da Educação Especial, discutindo essa realidade no Ensino Fundamental II. Apresenta uma visão geral sobre o TEA e a análise de uma entrevista semiestruturada realizada com um professor que possuía um aluno com TEA, verificando qual sua visão sobre seu papel e como o aluno é visto e trabalhado na escola.  Utilizamos uma abordagem qualitativa de pesquisa e como procedimento metodológico o Estudo de Caso. Buscamos verificar como tem se dado a inclusão nesta realidade. Após a análise dos dados constatou-se que ainda há muitos aspectos que devem ser mudados para que ocorra uma inclusão efetiva, principalmente na formação do grupo gestor, dos docentes, e inciativas governamentais, a fim de que a inclusão seja sinônimo de desenvolvimento e aprendizagem significativos.

  14. Desafiando medos: relatos de enfrentamento de usuários com transtornos fóbico-ansiosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscylla Araújo Almeida

    2013-08-01

    Full Text Available Estudo interpretativo e compreensivo que objetivou investigar as formas de enfrentamento utilizadas pelos portadores de transtornos fóbico-ansiosos do Centro de Atenção Psicossocial I, do município de Queimadas-PB, Brasil, no período de outubro a dezembro de 2010. O material empírico foi produzido por meio de entrevistas e submetido à análise de conteúdo proposta por Bardin. Desse material, foram extraídos os temas principais que formaram a categoria temática denominada CAPS I como lugar de expressão da subjetividade, e os eixos temáticos Reconhecimento da doença; Solidão e isolamento; e Família como principal ponto de apoio. Os resultados identificaram que, ao aderir ao tratamento, os usuários começaram a resgatar a autoestima, fortalecer vínculos e a enfrentar os sintomas biopsicossociais. Ressalta-se a relevância da dimensão afetiva no encontro entre profissionais, usuários e familiares. Conclui-se que a prática humanizada garante e estimula a integração entre os processos de trabalho e os projetos de vida dos usuários.

  15. O conceito do insight em pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo The concept of insight in patients with obsessive-compulsive disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia M. Fontenelle

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Atualizar os clínicos sobre a existência de um possível subtipo do transtorno obsessivo-compulsivo caracterizado por pouco insight. MÉTODO: Revisão opinativa baseada em estudos indexados na base de dados PubMed e PsychINFO, identificados por meio dos unitermos "obsessive-compulsive disorder" e "insight" ou "ego-dystonic" e publicados entre 1966 e outubro de 2009. Os resultados foram examinados de acordo com a estratégia utilizada para abordar o insight, i.e. categórica vs. dimensional. RESULTADOS: Análise dos estudos nos permitiu identificar pontos que colocam em dúvida a existência de um subtipo do transtorno obsessivo-compulsivo bem delimitado caracterizado por pouco insight. Estes pontos incluem 1 prevalência extremamente variável do transtorno obsessivo-compulsivo com insight reduzido encontrada em estudos categóricos, 2 homogeneidade dos achados fenotípicos (i.e. maior gravidade associados a baixo insight em estudos categóricos e dimensionais e 3 ausência de estudos que investigam "zonas de raridade" entre as formas de transtorno obsessivo-compulsivo com pouco e bom insight. CONCLUSÃO: Embora uma abordagem categórica do insight no transtorno obsessivo-compulsivo seja importante em ambientes clínicos, uma vez que neles existem demandas prementes para tomada de decisões, a abordagem dimensional do insight parece refletir de forma mais fidedigna o fenômeno apresentado pelos pacientes em tela.OBJECTIVE: To update clinicians regarding the existence of a putative subtype of obsessive-compulsive disorder based on poor insight. METHOD: Opinionative review based on studies indexed in the PubMed and PsychINFO databases, identified by means of the keywords "obsessive-compulsive disorder" AND "insight" OR "ego-syntonic", and published between 1966 and October 2009. The results were analyzed according to the approach adopted, i.e. a categorical or dimensional view of insight in obsessive-compulsive disorder. RESULTS: The

  16. Evolucionismo e genética do transtorno de estresse pós-traumático Evolutionism and genetics of posttraumatic stress disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nina Leão Marques Valente

    2008-01-01

    Full Text Available Os autores discutem, a partir do conceito evolutivo, como a resposta de estresse, nas suas possibilidades de fuga e luta e de imobilidade tônica, pode levar a uma nova compreensão etiológica do transtorno de estresse pós-traumático. Através da análise dos agrupamentos de sintomas desse diagnóstico - revivência, evitação e hiperexcitação -, procuram correlacionar os achados neurobiológicos e evolutivos. As descobertas atuais sobre a genética do transtorno de estresse pós-traumático são resumidas e colocadas nessa perspectiva evolutiva, dentro de conceitos que possibilitam o entendimento da interação gene/ambiente, como a epigenética. Propõem que a pesquisa dos fatores de risco do transtorno de estresse pós-traumático deva ser investigada do ponto de vista fatorial, onde a somatória destes aumenta o risco de desenvolvimento do quadro, não sendo possível a procura da causa do transtorno de forma única. A pesquisa de genes candidatos no transtorno de estresse pós-traumático deve levar em consideração todos os sistemas associados aos processos de respostas ao estresse, sistemas dos eixos hipotálamo-hipofisário-adrenal e simpático, mecanismos de aprendizado, formação de memórias declarativas, de extinção e esquecimento, da neurogênese e da apoptose, que envolvem vários sistemas de neurotransmissores, neuropeptídeos e neuro-hormônios.The authors discuss, from the evolutionary concept, how flight and fight responses and tonic immobility can lead to a new understanding of posttraumatic stress disorder. Through the analysis of symptom clusters (revivals, avoidance and hyperexcitation, neurobiological and evolutionary findings are correlated. The current discoveries on posttraumatic stress disorder genetics are summarized and analyzed in this evolutionary perspective, using concepts to understand the gene-environment interaction, such as epigenetic. The proposal is that the research of susceptibility factors in

  17. Tratamentos farmacológicos para o transtorno de ansiedade social: existem novos parâmetros na atualidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Forni dos Santos

    2011-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O transtorno de ansiedade social (TAS, apesar da baixa taxa de detecção e do alto índice de comorbidades associadas, é considerado uma condição tratável. Apesar da resposta estabelecida a diversas classes de medicamentos, os algoritmos para o tratamento do TAS necessitam de atualização constante. OBJETIVO: Realizar revisão sistemática da literatura no que diz respeito à eficácia dos tratamentos farmacológicos relativos ao TAS, a partir de estudos controlados, conduzidos no período de 2005 a 2010. MÉTODO: Foram utilizados os indexadores eletrônicos PsycoInfo, Lilacs e Medline, utilizando-se as palavras-chave: "social phobia or social anxiety and treatment". RESULTADOS: De acordo com critérios de inclusão adotados, 29 artigos foram incluídos e analisados. Mostram-se eficazes para o tratamento do TAS as seguintes drogas, de acordo com a classe: a ISRSs: escitalopram, fluvoxamina, citalopram, GR205171 e sertralina; b ISRSN: venlafaxina; c IMAOs: fenelzina, moclobemina; d aminoácidos: d-cicloserina; f anticonvulsivantes: tiagabina. CONCLUSÃO: Os ISRSs e os ISRSNs têm seu uso estabelecido e ainda continuam sendo considerados primeira opção de tratamento. Porém, destaca-se o potencial futuro da d-cicloserina e dos anticonvulsivantes, com necessidade de um número maior de estudos controlados que confirmem os achado iniciais. A ação das diferentes drogas em nível neurobiológico, bem como dos tratamentos associados, necessita ainda ser mais explorada.

  18. Transtornos fonético-fonológicos na Síndrome de Down e implicações na lectoescrita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cynthia Aparecida P. Patusco Gomes da Silva

    2010-07-01

    Full Text Available A presente pesquisa tem como proposta investigar déficits fonéticofonológicos em portadores de Síndrome de Down – SD – e implicações na apropriação da leitura e da escrita durante o processo de alfabetização. A discussão emerge da hipótese central de que transtornos de natureza fonoarticulatória, motivados por aspectos neurológicos e anatômicos, repercutem negativamente na lectoescrita. Parte-se do princípio de que o retardo mental afeta o desenvolvimento cognitivo, responsável pela abstração, discriminação e memorização das unidades fonológicas (fonemas. Agregam-se a esse aspecto problemas de ordem periférica: a hipotonia orofacial generalizada dificulta o movimento harmonioso dos articuladores no que tange à programação e à produção de cadeias sonoras. A despeito da deficiência de habilidade de correspondência grafo-fonológica em alguns casos, o estudo coloca em foco a capacidade em potencial da população investigada para o processo de alfabetização.Palavras-chave: Síndrome de Down; Transtornos fonético-fonológicos; Déficit cognitivo; Alfabetização; Consciência fonológica.

  19. Mentalization-based treatment for patients with borderline personality disorder: an overview Terapia de mentalização para pacientes com transtorno de personalidade borderline: uma atualização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Eizirik

    2009-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To describe the concept of mentalization, and its application in understanding the development of psychopathology in patients with borderline personality disorder; to give an account of the main features of mentalization-based treatment; to summarise the evidence supporting its effectiveness. DISCUSSION: Mentalization is a predominantly preconscious mental activity that enables the individual to understand him/herself and others in terms of subjective states and mental processes. Psychological trauma in childhood is associated with deficits in mentalization and with the development of borderline personality disorder. Mentalization-based treatment is a psychodynamically-oriented manualized psychotherapy for borderline personality disorder that aims to develop a therapeutic process in which the patient's capacity for mentalization becomes the focus of treatment. Randomized controlled trials have demonstrated the effectiveness of this treatment for patients with borderline personality disorder. CONCLUSIONS: The development of a psychodynamically-oriented therapeutic intervention that specifically targets the deficits involved in the psychopathology of borderline personality disorder is a crucial step in increasing the effectiveness of treatment. Mental health professionals should be adequately prepared to deliver effective interventions to their patients, such as mentalization-based treatment.OBJETIVO: Descrever o conceito de mentalização e sua aplicação no entendimento do desenvolvimento da psicopatologia em pacientes com transtorno de personalidade borderline; descrever as principais características da terapia de mentalização; sumarizar as evidências que demonstram sua efetividade. DISCUSSÃO: Mentalização é uma atividade mental predominantemente pré-consciente que capacita o indivíduo a compreender a si mesmo e aos outros em termos de estados subjetivos e processos mentais. Trauma psicológico na infância está associado

  20. Estudos latino-americanos sobre melancolia: um transtorno do humor melhor definido para o CID-11 Melancholia in Latin American studies: a distinct mood disorder for the ICD-11

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario F. Juruena

    2011-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: A depressão melancólica é um diagnóstico psiquiátrico de história de vida, geralmente com episódios recorrentes. Melancolia é uma síndrome com longa duração e características específicas de psicopatologia, insuficientemente diferenciada de depressão maior por um especificador no DSM-IV e parcialmente descrito nos critérios da Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição. Dentro da classificação atual, é frequentemente vista em pacientes gravemente doentes com depressão e transtorno bipolar. No entanto, a melancolia possui uma homogeneidade psicopatológica e biológica distinta na experiência clínica e nos marcadores de testes laboratoriais, e é diferencialmente sensível às intervenções terapêuticas específicas. O objetivo deste estudo é revisar a literatura de artigos publicados por autores latino-americanos sobre a melancolia. MÉTODO: Realizou-se busca de artigos latino-americanos de informações relevantes para a revisão da Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição de transtornos mentais e comportamentais em pacientes com depressão melancólica. Foi avaliada a qualidade do design de todos os estudos e realizada uma revisão abrangente sobre o assunto, com o objetivo de considerar a contribuição latino-americana para inclusão da melancolia como uma entidade distinta na futura Classificação Internacional de Doenças-11ª Edição. RESULTADOS E CONCLUSÃO: Os estudos latino-americanos fundamentam o diagnóstico da melancolia com uma psicopatologia e psiconeuroendocrinologia própria que fundamentam ser reconhecida como um transtorno de humor identificável e merecedor de uma atenção específica nos sistemas de classificação, como um transtorno de humor distinto, identificável e especificamente tratável.OBJECTIVE: Melancholic depression is a lifetime diagnosis, typically with recurrent episodes. Melancholia, a syndrome with a long history and distinctive

  1. Estudos de associação genética no transtorno obsessivo-compulsivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Santos Sampaio

    2013-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O caráter familial do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC já é bem estabelecido. Ele segue o modelo complexo de transmissão genética que envolve a influência de diversos genes de pequeno efeito em interação com o ambiente. MÉTODOS: Foi realizada uma revisão sistemática de estudos de associação genética com o TOC por meio de busca de artigos publicados até 2012 nas bases de dados: PubMed, Embase e SciELO, usando os termos MeSH, seus associados ou sinônimos para "obsessive-compulsive disorder", "gene" e "genetic association studies". RESULTADOS: Foram selecionados 105 artigos cujos principais resultados foram agrupados em grupos de genes relacionados a serotonina, dopamina, glutamato, GABA, substância branca, hormônios, sistema imune e outros genes (MAO-A, BNDF, COMT. CONCLUSÃO: Há grande variabilidade nos achados de estudos de associação entre os diversos genes candidatos estudados e o TOC. Genes relacionados às vias glutamatérgicas são candidatos promissores, porém não há associação conclusiva entre nenhum dos genes candidatos estudados e o TOC. Estudos de associação com grande tamanho amostral, avaliação de subgrupos mais homogêneos do fenótipo e metanálises ainda são necessários.

  2. Adesão ao tratamento no transtorno bipolar Compliance to treatment in bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aida Santin

    2005-01-01

    Full Text Available O transtorno bipolar (TB é uma doença crônica, recorrente, presente em 1,5% da população, estando associada a altas taxas de mortalidade e prejuízos socioeconômicos. O lítio, a carbamazepina e o ácido valpróico são os estabilizadores de humor mais usados. Em tratamentos prolongados, como é o caso do TB, a má-adesão dos pacientes é uma das maiores dificuldades. Verifica-se que fatores ligados ao paciente, aos medicamentos e aos médicos possam ser responsáveis pela baixa adesão. A psicoeducação, a terapia cognitivo-comportamental e a terapia focada na família são estratégias propostas para o aumento da adesão.Bipolar disorder (BD is a chronic and recurrent illness that occurs in 1,5% of the population. This illness is associated with high rates of mortality and social/economic burden. Lithium, carbamazepine and valproic acid are the most used mood stabilizers. In long term treatments, as in BD, one of the main difficulties is the patient's adherence. It appears that factors associated to the patient, drug and the physician are responsible for the low adherence. The use of psycho-education, cognitive-behavioral therapy and focused family therapy have been put forward as a means to increase adherence.

  3. Personality traits and treatment outcome in obsessive-compulsive disorder Traços de personalidade e resposta terapêutica no transtorno obsessivo-compulsivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Corchs

    2008-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Comorbidity with personality disorders in obsessive-compulsive patients has been widely reported. About 40% of obsessive-compulsive patients do not respond to first line treatments. Nevertheless, there are no direct comparisons of personality traits between treatment-responsive and non-responsive patients. This study investigates differences in personality traits based on Cloninger's Temperament and Character Inventory scores between two groups of obsessive-compulsive patients classified according to treatment outcome: responders and non-responders. METHOD: Forty-four responsive and forty-five non-responsive obsessive-compulsive patients were selected. Subjects were considered treatment-responsive (responder group if, after having received treatment with any conventional therapy, they had presented at least a 40% decrease in the initial Yale-Brown Obsessive Compulsive Scale score, had rated "better" or "much better" on the Clinical Global Impressions scale; and had maintained improvement for at least one year. Non-responders were patients who did not achieve at least a 25% reduction in Yale-Brown Obsessive Compulsive Scale scores and had less than minimal improvement on the Clinical Global Impressions scale after having received treatment with at least three selective serotonin reuptake inhibitors (including clomipramine, and at least 20 hours of cognitive behavioral therapy. Personality traits were assessed using Temperament and Character Inventory. RESULTS: Non-responders scored lower in self-directedness and showed a trend to score higher in persistence than responders did. CONCLUSION: This study suggests that personality traits, especially self-directedness, are associated with poor treatment response in obsessive-compulsive patients.OBJETIVO: Comorbidade com transtornos de personalidade tem sido extensamente descrita no transtorno obsessivo-compulsivo. Aproximadamente 40% dos pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo n

  4. Vulnerabilidade social:: o psicodiagnóstico como m étodo de mapeamento de doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Grana

    Full Text Available O presente estudo demonstra a experiência de trabalho em um Centro de Referência de Assistência Social do interior do Rio Grande do Sul. Foi realizado um mapeamento de doenças mentais na população em vulnerabilidade social, através do processo de psicodiagnóstico, em caráter de estudo-piloto. Foram escolhidos três sujeitos como amostragem: uma mulher, uma adolescente e um menino. Foram analisados os fatores psicossociais, e os resultados revelaram que essa população está mais sujeita ao desenvolvimento de psicopatologias. O estudo demonstrou que a inserção do psicodiagnóstico pode contribuir como instrumento de diagnóstico da população. É necessário que haja interesse por parte das políticas públicas em ofertar os serviços de saúde à população para trabalhar com os fatores de risco socioemocionais de maneira satisfatória.

  5. Vulnerabilidade social: o psicodiagnóstico como método de mapeamento de doenças mentais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Grana

    Full Text Available O presente estudo demonstra a experiência de trabalho em um Centro de Referência de Assistência Social do interior do Rio Grande do Sul. Foi realizado um mapeamento de doenças mentais na população em vulnerabilidade social, através do processo de psicodiagnóstico, em caráter de estudo-piloto. Foram escolhidos três sujeitos como amostragem: uma mulher, uma adolescente e um menino. Foram analisados os fatores psicossociais, e os resultados revelaram que essa população está mais sujeita ao desenvolvimento de psicopatologias. O estudo demonstrou que a inserção do psicodiagnóstico pode contribuir como instrumento de diagnóstico da população. É necessário que haja interesse por parte das políticas públicas em ofertar os serviços de saúde à população para trabalhar com os fatores de risco socioemocionais de maneira satisfatória.

  6. Transtornos do humor em enfermaria de clínica médica e validação de escala de medida (HAD de ansiedade e depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Botega Neury J.

    1995-01-01

    Full Text Available Para estimar a prevalência de transtornos do humor, foram utilizadas a entrevista estruturada, "Clinical Interview Schedule" (CIS-R, e a escala "Hospital Anxiety and Depression" (HAD em 78 pacientes internados em uma enfermaria geral de adultos (43 homens e 35 mulheres, média de idade = 43,2 anos. Foi encontrada prevalência instantânea de 39% de transtornos do humor. Dezesseis (20,5% pacientes preencheram critérios para ansiedade, a maioria dos casos sendo de gravidade leve. Vinte e seis (33% casos de depressão foram detectados, 7 dos quais de gravidade moderada. Observou-se uma combinação de sintomas de preocupação, depressão, ansiedade e insônia. A HAD mostrou-se de fácil compreensão pelos pacientes. As subescalas de ansiedade e de depressão tiveram consistência interna de 0,68 e 0,77, respectivamente. A correlação dos itens com as respectivas subescalas sugere que essas possuem validades convergentes, não discriminantes. Com ponto de corte 8/9, a sensibilidade e a especificidade foram 93,7% e 72,6%, para ansiedade, e 84,6% e 90,3%, para depressão. Na prática clínica, a utilização da HAD poderia auxiliar na detecção de casos de transtornos do humor que necessitam de tratamento.

  7. O uso das imagens mentais na Terapia CognitivoComportamental do Transtorno de Estresse Pós-Traumático: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Lindern

    2014-08-01

    Full Text Available In posttraumatic stress disorder (PTSD the occurrence of symptoms associated with mental images that recall the traumatic event is common. These images have a very intense emotional impact, since they can intrusively manifest themselves and generate a sense of reliving the trauma. Thus, cognitive-behavioral therapy (CBT techniques using mental imagery have been studied as a therapeutic intervention. The aim of this study was to systematically review the effects of mental imagery use as a CBT resource for PTSD. Eight studies published between 2001-2012 were identified in the PubMed, Web of Science and PsycNet databases. The interventions in the experimental groups were statistically significant in five of the eight identified studies. Yet, it is still necessary to carry out more research on the effects of these interventions due to the limited number of studies found in this review.

  8. Trabalhadores Afastados por Transtornos Mentais e de Comportamento: o Retorno ao Ambiente de Trabalho e suas Consequências na Vida Laboral e Pessoal de Alguns Bancários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilene Olivier

    2011-11-01

    Full Text Available The survey was conducted in a State Bank located in a southeastern state that adopted technologies that led to changes in positions and functions, which required employees to achieve goals and objectives derived from market pressures. The implemented changes began to produce cases of depression and stress amongst workers, who had to be removed from their activities. The survey's goal was to study how the everyday life of the bank's employees had changed following medical leave due to mental and behavioral disorders, evaluating both personal and professional aspects. The theoretical discussion begins with the transformation of the labor market and goes on to analyze mental and behavioral disorders resulting from the new organizational context. References are made to authors who dealt with both of the disorders that are most referred to in the study, i.e., stress and depression, in addition to the Theory of Cognitive Evaluation the Theory of Organizational Justice. We used a qualitative approach, through the technique of content analysis for the treatment of the data that were collected through the self-reporting of employees affected by the disorders. The results show the continued presence of stressors in the workplace, the difficulties of interpersonal relationships and lack of a reintegration program for workers in the workplace.

  9. Relações entre abuso sexual na infância, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e prejuízos cognitivos

    OpenAIRE

    Borges,Jeane Lessinger; Dell'Aglio,Débora Dalbosco

    2008-01-01

    Este estudo teórico aponta as relações entre abuso sexual infantil, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e prejuízos cognitivos. A perspectiva cognitiva dos efeitos do abuso sexual e do TEPT foi adotada nesta revisão. O abuso sexual contra crianças pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento infantil, devido às severas seqüelas cognitivas, emocionais e comportamentais relacionadas à sua ocorrência, podendo seu impacto envolver efeitos a curto e longo prazos e estende...

  10. Revisão sistemática para estudar a eficácia de terapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes abusadas sexualmente com transtorno de estresse pós-traumático

    OpenAIRE

    Passarela,Cristiane de Medeiros; Mendes,Deise Daniela; Mari,Jair de Jesus

    2010-01-01

    CONTEXTO: O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), uma das possíveis consequências de abuso sexual de crianças e adolescentes, pode ser encontrado em aproximadamente 40% a 50% dos casos. OBJETIVO: Conduzir uma revisão sistemática de estudos investigando o uso de terapia cognitivo-comportamental (TCC) para o tratamento de crianças e adolescentes abusadas sexualmente com TEPT. MÉTODOS: Uma pesquisa por ensaios clínicos randomizados que avaliaram TEPT em crianças e adolescentes de 1980 a ...

  11. Autismo, teoria da mente e o papel da cegueira mental na compreensão de transtornos psiquiátricos Autism, theory of mind and the role of mindblindness in the understanding of psychiatric disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Tonelli

    2011-01-01

    Full Text Available Indivíduos portadores de transtornos do espectro do autismo podem ser acometidos por anormalidades qualitativas nos contatos sociais e padrões de comunicação. Muitos estudos demonstraram que uma grande quantidade destes indivíduos pode ter anormalidades no processamento cognitivo "Teoria da mente" (ToM, isto é, eles podem ter uma incapacidade de inferir os seus estados mentais e os de terceiros. Tal condição foi chamada de "cegueira mental" por Baron-Cohen (1995. Alguns autores recentemente aventaram a possibilidade de que indivíduos sofrendo de esquizofrenia e transtorno bipolar, da mesma forma que autistas, exibam cegueira mental, causando comprometimento em seu funcionamento social. Este artigo discute o conceito de cegueira mental e a visão de que se trata de uma habilidade exclusivamente humana. Em seguida, apresenta alguns testes disponíveis para avaliação da cegueira mental e, finalmente, mostra algumas evidências científicas de que déficits ToM podem afetar pacientes com outras condições psiquiátricas.Individuals with autism spectrum disorders may suffer from qualitative abnormalities in social contacts and communication patterns. Many studies have shown that a great amount of those individuals might have abnormalities in the Theory of Mind (ToM cognitive processing, i.e., they may lack the capability of inferring their and others' mental states. This condition was named "mindblindness" by Baron-Cohen (1995. Some authors have recently focused on the possibility that individuals who suffer from schizophrenia and bipolar disorder, like autistic people, show mindblindness, causing them to develop social impairments. This paper discusses the concept of mindblindness and the view that deems it as an exclusively human ability. Afterwards, it presents some of the available tests to evaluate mindblindness and, finally, shows some scientific evidences that ToM deficits might affect patients with other psychiatric conditions.

  12. Transtornos alimentares e gestação: uma revisão Eating disorders and pregnancy: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Louise Lenz Dunker

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar o impacto dos transtornos alimentares nas funções reprodutivas, problemas na gestação e puerpério, e dificuldades com a alimentação dos filhos. MÉTODOS: Realizou-se revisão da literatura nos últimos 28 anos nos bancos de dados MedLine e Lilacs. Combinaram-se os descritores anorexia nervosa, bulimia nervosa, transtornos alimentares e gestação. RESULTADOS: Os estudos de revisão, estudos de caso e pesquisas realizadas com gestantes apontam uma associação entre TA e uma variedade de complicações na gestação, no parto, para o feto, com aumentado risco de morbidade perinatal, além de complicações na alimentação futura da criança. CONCLUSÕES: Observa-se uma maior necessidade de acompanhamento especializado, principalmente no pré-natal, em relação aos hábitos alimentares e preocupação com peso e forma corporais - especialmente nas mulheres que apresentam ganho ponderal inadequado, hiperêmese gravídica, picacismo, entre outros.OBJECTIVE: The objective of this study was to show the impact of eating disorders on reproductive functions, pregnancy and puerperium problems, and difficulties in feeding her babies. METHODS: Review of literature of last 28 years in MedLine and Lilacs database. The keywords used were anorexia nervosa, bulimia nervosa, eating disorders and pregnancy. RESULTS: Review and case studies, and research made with eating disorders pregnant patients demonstrate that there are an association between eating disorders and many pregnancy complications on birth, to the child with an increase risk of morbidity after the birth and some implications on food behavior of the child. CONCLUSIONS: It was noticed a need for specialized treatment, especially before the pregnancy, regarding eating habits and worries about weight and body shape, especially for women that present inadequate weight gain, hyperemesis gravidarum, pica and other eating problems.

  13. Assessment of executive functions in obese individuals with binge eating disorder Avaliação de funções executivas em indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Duchesne Monica

    2010-12-01

    Making Tests A e B, Stroop Test e Wisconsin Card Sorting Test. Adicionalmente, quatro subtestes da Behavioral Assessment of the Dysexecutive Syndrome Battery foram também utilizados, a saber: Zoo Map Test, Modified Six Elements Test, Action Program Test e The Rule Shift Cards Test. RESULTADOS: Quando comparados a controles obesos, indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica apresentaram déficits significativos no Digit Span Backward, Zoo Map Test, Modified Six Elements Test e no Action Program Test. Os indivíduos com transtorno da compulsão alimentar periódica também apresentaram significativamente mais erros perseverativos e de mudança de set no Wisconsin Card Sorting Test. Em outras medidas, tais como Digit Span Forward, Trail Making Test, Stroop Test e The Rule Shift Cards Test, os indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica não diferiram significativamente dos obesos sem transtorno da compulsão alimentar periódica. CONCLUSÃO: Esses resultados sugerem que, neste estudo, os indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica apresentaram déficits executivos evidenciados por dificuldades na capacidade para resolução de problemas, na flexibilidade cognitiva e na memória operacional.

  14. Transtornos de ansiedade: um estudo de prevalência e comorbidade com tabagismo em um ambulatório de psiquiatria Anxiety disorders: a study of the prevalence and comorbidity with smoking in a psychiatric outpatient clinic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Lunardi Munaretti

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Este estudo tem por objetivo investigar a presença de transtornos de ansiedade e tabagismo entre pacientes atendidos em um ambulatório de psiquiatria. MÉTODOS: Realizou-se um estudo transversal em um ambulatório de psiquiatria em Porto Alegre, no qual se aplicou SCID-I em 84 pacientes, para examinar a ocorrência de transtornos de ansiedade e dependência à nicotina; também se utilizou o Teste de Fagerström para identificar o grau de dependência nicotínica. Excluíram-se pacientes com esquizofrenia, outros transtornos psicóticos e retardo mental. RESULTADOS: Verificou-se freqüência de 75% para os transtornos de ansiedade, sendo mais freqüentes fobia específica e transtorno de ansiedade generalizada (TAG com 26,2% cada um. Tabagistas representaram 21,43% da amostra, e a maior parte destes obteve escore leve para o grau de dependência. Constatou-se associação entre ter TAG e ser tabagista, e a chance dos pacientes com TAG fumarem é 5,2 vezes em relação aos que não têm esse transtorno de ansiedade. CONCLUSÕES: Os transtornos de ansiedade têm uma freqüência elevada entre pacientes ambulatoriais, sendo importante sua identificação. A freqüência de tabagismo entre pacientes com transtorno de ansiedade é alta, apresentando importante associação com TAG, e por isso deve também ser foco de atenção no tratamento desses pacientes.OBJETIVES: This study was aimed at investigating the presence of anxiety disorders and tobacco use among psychiatric outpatients. METHODS: A transversal study was carried out in which SCID-I was administered to 84 psychiatric outpatients in Porto Alegre, in order to determine the occurrence of anxiety disorders and nicotine dependence; in addition, Fagerström's test was used to identify the degree of nicotine dependence. Exclusion criteria were having a diagnosis of schizophrenia or presenting other psychotic disorders and mental retardation. RESULTS: Anxiety disorders were found in

  15. Perfil nutricional de crianças portadoras do transtorno do espectro autista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Vanuza Caetano

    2018-02-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o estado nutricional e o consumo alimentar de crianças portadoras do transtorno do espectro autista (TEA. Métodos: O estudo teve abordagem de natureza quantitativa, descritiva, exploratória e transversal. Participaram 26 crianças, de 3 a 10 anos de idade, com diagnóstico do TEA, de ambos os sexos, atendidas no município de Limoeiro do Norte, Ceará. Os dados foram coletados através de entrevistas, ordenadas por um questionário sociodemográfico (idade, renda familiar, escolaridade dos participantes, tratamento psicofarmacológico, idade recebida do diagnóstico do TEA, classificação da CID-10 e histórico clínico; histórico nutricional; aplicação de 3 recordatórios de 24 horas; e medidas antropométricas (peso, altura, circunferência do braço e as dobras cutâneas tricipital e subescapular, com posterior cálculo do índice de massa corporal (IMC. Utilizou-se análise descritiva e as variáveis contínuas foram expressas em média ± desvio padrão e coeficiente de variação. Resultados: Das crianças avaliadas, 10 (38,5% apresentaram sobrepeso (23,1%, n=6 e obesidade (15,38%, n=4 pelo IMC/I (Índice de Massa Corporal para Idade, bem como 10 crianças (38,5% apresentaram risco de sobrepeso. O consumo de energia (EER esteve acima do recomendado para 14 (53,85% dos autistas. Identificou-se inadequação no consumo de vitamina A (77%, n=20, vitamina B6 (58%, n=15 e cálcio (50%, n=13. Conclusão: As crianças com o TEA demonstram elevados índices de sobrepeso, obesidade e elevada inadequação na ingestão de vitaminas e minerais.

  16. CARACTERÍSTICAS PERINATAIS DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Foresti Fezer

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar características perinatais de crianças com transtorno do espectro autista (TEA. Métodos: Revisão retrospectiva dos prontuários medicos de 75 crianças com TEA, entre janeiro de 2008 e janeiro de 2015. Os critérios de inclusão foram o diagnóstico de TEA baseado no DSM-5 e o termo de consentimento assinado pelo responsável legal. O critério de exclusão foi ausência de todos os dados no prontuário médico. As variáveis analisadas foram: idade materna, prematuridade (idade gestacional menor que 37 semanas, baixo peso ao nascer (<2.500 g e asfixia perinatal (Apgar menor que 7 no quinto minuto. Os dados foram avaliados por meio do teste de diferença entre as proporções (nível de significância de p<0,05. Resultados: Setenta e cinco pacientes foram incluídos no estudo. A idade materna variou de 21,4 a 38,6 anos (29,8±4,1 anos. O parto prematuro ocorreu em 14 (18,7% pacientes, asfixia perinatal em 6 (8,0% e baixo peso ao nascer em 32 (42,6%. As prevalências de prematuridade, asfixia perinatal e baixo peso ao nascer entre as crianças com TEA neste estudo foram maiores do que as prevalências gerais dessas condições entre todos os nascidos vivos em nosso país, região e estado, as quais são, respectivamente, 11,5, 2,3 e 8,5% no Brasil, 11,0; 2,2 e 8,5% na região Sul e 10,5, 2,0 e 8,4% no estado do Paraná. Conclusões: Nossos achados mostraram maior prevalência de prematuridade, baixo peso ao nascer e asfixia perinatal em crianças com TEA. Algumas limitações são o desenho retrospectivo do estudo e a amostra de pequeno tamanho. Grandes estudos prospectivos são necessários para esclarecer a possível associação entre intercorrências perinatais e TEA.

  17. Identificação precoce do risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olga Valéria Andrade

    Full Text Available Testou-se a acurácia de atividades pedagógicas coletivas, baseadas em julgamentos fonológicos por meio do pareamento entre figuras e de figuras com palavras faladas, na identificação de escolares de risco para transtornos da atenção e da leitura em sala de aula. Quarenta e cinco escolares do 2º ano (idade média de 7 anos, 29 do gênero masculino, foram divididos em grupo controle, sem dificuldade de leitura-escrita (n=32, e grupo de risco, com dificuldade de leitura (n=13. O baixo desempenho nessas atividades, definido como os escores acima de 1,65 DP abaixo da média do grupo controle, apresentou boa sensitividade (verdadeiros positivos e especificidade (verdadeiros negativos na identificação precoce dos escolares de risco.

  18. Rejeição e vitimização por pares em crianças com deficiência intelectual e transtorno do espectro autista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deisy Ribas Emerich

    2017-08-01

    Full Text Available Crianças com necessidades educacionais especiais, como Deficiência Intelectual (DI e Transtornos do Espectro Autista (TEA, participam cada vez mais de classes regulares. Apesar da relevância desta inclusão, tais crianças podem enfrentar dificuldades como rejeição e vitimização pelos pares. Por meio de uma revisão da literatura, o presente trabalho teve como objetivo identificar a prevalência, o impacto e os fatores associados à rejeição e vitimização em crianças com DI e TEA. A busca foi realizada nas bases de dados Web of Science, Pubmed, Medline, Lilacs e Scielo, com os descritores: rejeição por pares, vitimização por pares, deficiência intelectual, criança com deficiência e necessidades especiais, Transtorno do Espectro do Autismo e seus correlatos em inglês nas bases internacionais. Foram identificados 196 artigos, dos quais 32 preencheram os critérios de inclusão. Verificou-se elevada prevalência de vitimização e alta taxa de rejeição em relação a crianças com necessidades educacionais especiais, independentemente da idade. Déficits nas habilidades sociais e nas funções executivas, comportamento desatento e hiperativo e queixas internalizantes mostraram-se associados às dificuldades no relacionamento com os pares nessa população. Estes indicadores devem ser incluídos em programas de prevenção e/ou tratamento para viabilizar a adequada inclusão de crianças com necessidades educacionais especiais em salas de aula regulares.

  19. DISTÚRBIO DE CONDUTA E TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO/HIPERATIVDADE: UMA ANÁLISE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henata Mariana Oliveira Mazzoni

    2010-06-01

    Full Text Available É cada vez maior o número de pais que procuram tratamento para o filho com comportamentos inadequados que se assemelham aos característicos do Transtorno de Deficit de Atenção/ Hiperatividade TDAH, relacionados a inatenção, hiperatividade e impulsividade, mas que nem sempre correspondem ao transtorno. Este trabalho teve como objetivo analisar as queixas clínicas dos aspectos comportamentais que caracterizam o TDAH em crianças e adolescentes, através da pesquisa documental. Participaram da análise, 17 casos com queixa de pais e professores sobre os comportamentos apresentados pelas crianças em fase escolar fundamental. As queixas nomeadas de maior incidência e impacto foram: “falta de atenção” (28% e “agitação” (21%. Nomeações como “problemas de comportamento” (9%, “impulsividade” (5%, “impaciência” (5%, “nervosismo” (2%, “rebeldia” (2%, sugeriram comportamentos coexistentes de uma mesma categoria relacionada à inabilidade social (24%. Outras queixas apareceram relacionadas às dificuldades na aprendizagem (7%. Complementando o estudo com pareceres interdisciplinares, neurológico, psicológico e pedagógico, observou-se que foi atribuído diagnóstico de TDAH somente a três casos, correspondendo a 17% da amostra. O estudo concluiu que as queixas dos pais e professores tiveram correlação sem significância estatística, quanti e qualitativa com os sinais sugestivos de TDAH.

  20. As terapias de imagens mentais como recurso terapêutico complementar na tireoidite de Hashimoto: um estudo bibliográfico

    OpenAIRE

    Hilel, Alexandre Santana

    2008-01-01

    Esta pesquisa enfoca um estudo bibliográfico das Terapias de Imagens Mentais como uma proposta terapêutica para abordagem da Tireoidite de Hashimoto. Teve sua origem através da observação empírica de resultados da atuação clinica do pesquisador, usando-se a imaginação dirigida na diminuição da contagem laboratorial de auto-anticorpos presentes na tireoidite. O presente trabalho é organizado em um capítulo de apresentação da Tireoidite de Hashimoto em seus aspectos prevalência, ...

  1. Cognição do Ambiente Competitivo: um Estudo dos Construtos Mentais Utilizados por Proprietários de Pequenas Empresas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Cristina Ramos

    2011-05-01

    Full Text Available The cognitive approach may be useful in understanding the elements that pervade the process of analyzing organizations’ competitive environment. Respecting its complexity, the approach helps in understanding managers’ intentions and their processes of world representation. Consistent with this proposal, this article aims to identify and analyze the mental constructs used by managers to assess their competitive environment and highlights the association among such constructs with reference context (RC and sector of activity. The method allied quantitative and qualitative procedures and differentiates itself from other studies in the use of Kelly’s Repgrid. This technique has as its main premise that the understanding of the world is associated with the categorization of elements of perception by individuals. The sample consisted of 48 small industrial firms located in Curitiba-PR. The results indicated that the set of constructs used is unique to each leader; however cognitive commonalities could be noticed in the more frequent use of six constructs. The analysis shows that managers’ adoption of constructs is not dependent on RC and on sector of activity as well. The findings allow inferences about the mental constructs of the respondents in terms of their frames of reference and the assessment of the competitive environment.

  2. Transtorno de ansiedade na infância como preditor de psicopatologia em adultos

    OpenAIRE

    Gonçalves, Débora Hexsel; Heldt, Elizeth Paz da Silva

    2009-01-01

    O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão sistemática sobre os transtornos de ansiedade na infância como fatores de risco para psicopatologias na idade adulta. Para isso, foram utilizadas as bases de dados SciELO, LILACS, Adolec e PubMed, com busca de estudos publicados nos últimos 10 anos. Dez artigos preencheram plenamente os critérios de inclusão para o aceite final. Todos os trabalhos sustentam a idéia de que os transtornos de ansiedade na infância são preditores e podem atuar co...

  3. Estado atual da clínica psiquiátrica do transtorno obsessivo-compulsivo

    OpenAIRE

    Hounie, Ana G .; Sampaio, Aline S.; Ferrão, Ygor; Rosário-Campos, Maria Conceição do; Chilvarquer, Raquel; Mathis, Maria Eugênia de; Lopes, Antonio Carlos; Mathis, Maria Alice de; Gonzáles, Christina Hajaj; Taub, Anita; Vasconcelos, Marcos Salem; Seixas, André A. A.; Sá Júnior, Antonio Reis de; Miguel, Eurípedes

    2007-01-01

    Este artigo revisa a literatura sobre o transtorno obsessivocompulsivo com o objetivo de informar o estado atual da pesquisa científica nesse tema. Os autores citam a literatura internacional buscando enfatizar a pesquisa nacional, principalmente a pesquisa do seu grupo, o Projeto Transtornos do espectro Obsessivo-compulsivo. Este artículo repasa la literatura sobre el desorden obsesivo-compulsivo con el objetivo de informar el estado actual de la investigación científica en ese tema. Los ...

  4. Tratamento farmacológico do transtorno de estresse pós-traumático

    OpenAIRE

    Bernik Márcio; Laranjeiras Marcionilo; Corregiari Fábio

    2003-01-01

    Os autores apresentam uma revisão de literatura sobre a farmacoterapia do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Poucos ensaios clínicos controlados já foram feitos nesta área, mas o interesse no transtorno é crescente. Os antidepressivos, especialmente aqueles com atividade serotonérgica, parecem ser tratamentos farmacológicos eficazes no TEPT, seja como tratamento primário ou em associação com a psicoterapia.

  5. Cirurgia bariátrica e transtornos alimentares: uma revisão integrativa

    OpenAIRE

    Novelle, Julia M.; Alvarenga, Marle S.

    2016-01-01

    RESUMO Objetivo Realizar revisão sobre transtornos alimentares e comportamentos alimentares transtornados relacionados à cirurgia bariátrica. Métodos Revisão integrativa da literatura nas bases de dados PubMed, Lilacs, Bireme, portal SciELO com descritores indexados com critérios de inclusão: oferecer dado sobre a presença ou frequência de transtorno alimentar e/ou comportamentos alimentares disfuncionais previamente e/ou após a cirurgia. Resultados Foram selecionados 150 estudos (14 na...

  6. Transtorno bipolar : adesão ao tratamento e psicoeducação

    OpenAIRE

    Samir Vidal Mussi

    2012-01-01

    A psicoeducação é uma das estratégias que deve ser inserida no tratamento de pacientes com diagnóstico de transtorno bipolar e tem demonstrado eficácia para fomentar respostas relacionadas à adesão à medicação. O objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade de um programa de psicoeducação aplicado a 9 pacientes com diagnóstico de transtorno bipolar, em tratamento em um hospital público. Para avaliação foram aplicadas as escalas de depressão (Hamilton), de mania (Young) e de Qualidade de Vi...

  7. Temperamento e Caráter na Resposta à Terapia Cognitivo-Comportamental para Transtorno de Pânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Cassiane Finkler

    Full Text Available RESUMO O estudo investigou o impacto das características de temperamento e caráter na resposta à terapia cognitivo-comportamental (TCC para pacientes com transtorno de pânico (TP. Um total de 55 pacientes realizou 12 sessões de TCC em grupo (TCCG. A gravidade dos sintomas foi verificada antes e após a intervenção, e o Inventário de Temperamento e Caráter de Cloninger foi aplicado no início do tratamento. Observou-se uma redução significativa na gravidade do TP após a intervenção. Análises de regressão indicaram que as características de temperamento (persistência e caráter (autodirecionamento e cooperatividade não se mostraram significativamente relacionadas à melhora da agorafobia e de sintomas depressivos, permanecendo a gravidade inicial desses sintomas como fatores independentes de resposta à TCCG.

  8. Planejamento familiar de mulheres com transtorno mental: o que profissionais do CAPS têm a dizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Escolástica Rejane Ferreira Moura

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar demandas de planejamento familiar que chegam ao Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS e investigar contribuições desse serviço para as mulheres portadoras de transtorno mental. Trata-se de estudo qualitativo, realizado com oito profissionais de um CAPS de Fortaleza-CE. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista, sendo utilizada para análise a técnica de conteúdo. As demandas detectadas foram: solicitação de informações pelos familiares para lidar com paciente sexualmente ativo; pacientes suscetíveis à violência sexual e gravidez; mulheres com depressão, em uso de carbonato de lítio. As contribuições: necessidade de rede integrada (atenção básica/CAPS, com profissionais conhecedores das particularidades do planejamento familiar dessas mulheres - parte defende atendimento na atenção básica, parte, atendimento no CAPS, destacando-se o matriciamento como estratégia a corresponsabilizar os dois polos, evitando encaminhamentos desnecessários aos CAPS, pelo fortalecimento da resolubilidade dos casos na atenção básica.

  9. Acolhimento e Vínculo em um Serviço de Assistência a Portadores de Transtornos Alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Mitleton Borges Ramos

    2013-04-01

    Full Text Available Acolhimento e vínculo são dispositivos técnicos e políticos que visam a garantir uma assistência qualificada em saúde. Este estudo teve por objetivo avaliar o acolhimento e o vínculo entre profissionais e usuários de um serviço de assistência multidisciplinar para pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares. Foram entrevistados 16 usuários e sete profissionais. Foi utilizada avaliação qualitativa de quarta geração. Os resultados foram agrupados em três unidades temáticas: postura, técnica e acesso. A análise dos dados, a partir das dimensões mencionadas, evidenciou alguns elementos necessários para que o acolhimento e o vínculo no serviço se estabelecessem: integralidade no serviço, intersetorialidade, interdisciplinaridade, formação profissional e humanização da assistência. Concluiu-se que, na perspectiva de usuários e profissionais, o serviço busca oferecer um atendimento usuário-centrado por meio de procedimentos que priorizam a dimensão humana do sujeito atendido, com considerável efetividade em suas ações, apesar de algumas limitações e deficiências.

  10. Síndrome de Cotard asociado a Trastorno Depresivo Mayor con síntomas catatónicos. Informe de caso / Cotard Syndrome Associated to Major Depressive Disorder with Catatonic Symptoms. Case report / Síndrome de Cotard associada ao transtorno depressivo maior com sintomas catatônicos. Relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Mauricio Torrado-Arenas

    2015-07-01

    -Higuera SM, Zabala-Arias LM, Niño-García JA. Cotard’s syndrome associated to major depressive disorder with catatonic symptoms. Case report. MedUNAB 2016;18(1: 76-80]. Introdução: A catatonia é uma síndrome neuropsiquiátrica com posturas anormais, silêncio e estupor. A Colômbia tem uma prevalência de 11,4% de pacientes psiquiátricos. Objetivo: Discutir o caso clínico de uma mulher de 34 anos com uma história de transtorno depressivo maior que chega ao departamento de emergência com delírios niilistas e os sintomas catatônicos. Relato de caso: Foi relatado o caso de uma jovem adulta com transtorno depressivo maior e sintomas psicóticos que tinha sido hospitalizada nove meses antes, a quem deram alta com tratamento medicamentoso que ela não se lembrava. A paciente chegou ao pronto socorro do Hospital Universitário de Santander, apresentando três dias de um comportamento incomum, mutismo e negativismo. Exames laboratoriais e tomografia do crânio normal. O tratamento foi iniciado com uma benzodiacepina que a remeteu aos sintomas catatônicos. Posteriormente demonstrou anedonia, tristeza e delírios niilistas; considerou-se que seu estado correspondia a uma recorrência de episódio depressivo, começado nove meses antes, relacionado com a síndrome de Cotard. Gradualmente a paciente foi medicada com sertralina de 150,0 mg a 5,0 mg e olanzapina de 5.0 mg, obtendo a remissão dos sintomas afetivos e psicóticos. Discussão: A desordem afetiva é a causa mais comum de catatonia. Há relatos semelhantes, embora poucos onde coexistam os três sintomas; este é o primeiro caso relatado no Hospital Universitário de Santander, com prévio consentimento informado. Conclusões: É incomum para uma pessoa deprimida ter delírios de negação e sintomas catatônicos simultaneamente, de modo que este caso, por ser único, gera novidade para a literatura. No caso, os sintomas catatônicos dificultam a exploração de outras esferas mentais e podem ser considerados

  11. Adult mood disorders and childhood psychological trauma Transtornos do humor no adulto e trauma psicológico na infância

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucrécia Scherer Zavaschi

    2006-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the association between adult mood disorders and childhood psychological trauma in a developing country. METHOD: Adults with and without mood disorders were assessed in a case-control study using the Mini International Neuropsychiatric Interview. Assessment of childhood trauma included physical and sexual abuse, frequent exposure to violence, and parental loss. RESULTS: In two independent multivariate analyses, after adjusting for potential confounding factors, we found a higher odds ratio for frequent exposure to violence in the community (p = .037 and for physical abuse by parents or caregivers during childhood/adolescence (p = .012 in the group with mood disorders than in the control group. In secondary analyses splitting the mood disorder group in two subgroups (manic episode, and major depressive episodes/ dysthymia, only manic patients showed significantly higher rates of frequent exposure to violence in the community (p = 0.01 and physical abuse during childhood (p = 0.02 than did patients in the control group. In addition, maniac patients had significantly higher rates of sexual abuse than did controls (p = .03. CONCLUSIONS: Our findings document an association between violence during childhood and adult mood disorders, especially for manic patients, in a developing country.OBJETIVO: Avaliar a associação entre transtornos de humor no adulto e trauma psicológico na infância em um país em desenvolvimento. MÉTODO: Adultos com e sem transtorno de humor foram avaliados em um estudo de caso-controle utilizando a Mini Entrevista Neuropsiquiátrica Internacional. A avaliação de trauma infantil incluiu abuso físico e sexual, exposição freqüente à violência e perda dos pais. RESULTADOS: Em duas análises multivariadas independentes, após o ajuste para fatores potenciais de confusão, encontramos uma razão de chance mais alta de exposição freqüente à violência na comunidade (p = 0,037 e de abuso f

  12. Transtorno de estresse pós-traumático em dependente do álcool Post-traumatic stress disorder and alcoholism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilda Pulcherio

    2008-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Os transtornos comórbidos entre dependentes químicos têm se mostrado a regra e não a exceção. O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT é um transtorno de ansiedade que se desenvolve após evento traumático, com importante sintomatologia. Quase 100% dos dependentes químicos que procuram tratamento relatam história de traumas, e as prevalências de TEPT têm variado entre 30% e 60%. Entre os alcoolistas, as prevalências de TEPT variam de 10% a 40%. Apesar das altas prevalências, tais transtornos carecem de investigação pelos clínicos. OBJETIVOS: Tem-se como objetivo relatar o caso de um alcoolista com transtorno bipolar e sintomas de TEPT há alguns anos, cujo resultado de tratamento deveu-se ao reconhecimento da última comorbidade e abordagem conjunta das patologias. MÉTODOS: Paciente masculino, 40 anos, participou em uma pesquisa do Instituto de Prevenção e Pesquisa em Álcool e outras Dependências (IPPAD, que investiga a exposição a eventos traumáticos e TEPT em dependentes químicos, respondendo a vários instrumentos. Realizou entrevistas com uma das pesquisadoras visando a este relato de caso. Os resultados foram avaliados por entrevistas com o paciente e aplicação da Davidson Trauma Scale (DTS. RESULTADOS: A DTS foi respondida por ocasião da participação na pesquisa e um ano após, para avaliar resultados de tratamento. No primeiro momento, o paciente pontuou um escore total de 75 pontos e, no segundo, de 40 pontos. A melhora deveu-se ao reconhecimento do TEPT e seu tratamento com psicoterapia psicodinâmica, terapia cognitivo-comportamental e abordagem familiar como estratégias terapêuticas utilizadas. Para o tratamento psicofarmacológico foram utilizados carbonato de lítio, sertralina e clonazepan. CONCLUSÕES: A investigação de traumas e TEPT deve ser rotina no atendimento de alcoolistas. O reconhecimento precoce desta comorbidade pode prevenir sua cronicidade, favorecer a aderência e

  13. Some notes on a historical perspective of panic disorder Algumas notas sobre uma perspectiva histórica do transtorno de pânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Egidio Nardi

    2006-01-01

    Full Text Available This article aims to describe important points in the history of panic disorder concept, as well as to highlight the importance of its diagnosis for clinical and research developments. Panic disorder has been described in several literary reports and folklore. One of the oldest examples lies in Greek mythology - the god Pan, responsible for the term panic. The first half of the 19th century witnessed the culmination of medical approach. During the second half of the 19th century came the psychological approach of anxiety. The 20th century associated panic disorder to hereditary, organic and psychological factors, dividing anxiety into simple and phobic anxious states. Therapeutic development was also observed in psychopharmacological and psychotherapeutic fields. Official classifications began to include panic disorder as a category since the third edition of the American Classification Manual (1980. Some biological theories dealing with etiology were widely discussed during the last decades of the 20th century. They were based on laboratory studies of physiological, cognitive and biochemical tests, as the false suffocation alarm theory and the fear network. Such theories were important in creating new diagnostic paradigms to modern psychiatry. That suggests the need to consider a wide range of historical variables to understand how particular features for panic disorder diagnosis have been developed and how treatment has emerged.O objetivo deste artigo é descrever alguns pontos importantes na história do desenvolvimento do conceito de transtorno de pânico e ressaltar a importância do diagnóstico para o progresso da pesquisa e da clínica. O transtorno de pânico foi descrito em vários textos literários e folclóricos. Talvez um dos exemplos mais antigos seja o deus Pan da mitologia grega, responsável pelo termo pânico.Aprimeira metade do século XIX presenciou o apogeu do processo de abordagem médica. Durante a segunda metade do s

  14. Entendendo as fronteiras e a comorbidade entre o transtorno de humor bipolar e o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em crianças e adolescentes

    OpenAIRE

    Cristian Patrick Zeni

    2011-01-01

    Introdução: Em crianças e adolescentes, o Transtorno de Humor Bipolar (THB) é associado a danos devastadores no desenvolvimento. O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH), caracterizado por sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade também causa prejuízo funcional significativo. O diagnóstico diferencial entre os dois transtornos é puramente clínico e, até o momento, há poucos estudos avaliando diferenças neurobiológicas. Diversas pesquisas sugerem a participação do...

  15. Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Alexandre Volcan

    2003-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar a influência do bem-estar espiritual na saúde mental de estudantes universitários. MÉTODOS: Estudo transversal com 464 universitários das áreas de medicina e de direito, de Pelotas, RS. A coleta de dados foi realizada em grupos na sala de aula. Os alunos ausentes foram localizados para responderem individualmente; entretanto, 43 não foram encontrados (9,3% de perda. Utilizou-se um questionário auto-aplicável contendo: escala de bem-estar espiritual (SWBS, SRQ-20 (Self-Reporting Questionnaire e informações sociodemográficas sobre práticas religiosas/espirituais e sobre a ocorrência de eventos de vida produtores de estresse. Para análise estatística, foram utilizados os testes de qui-quadrado e regressão logística. RESULTADOS: A maioria dos alunos (80% afirma possuir uma crença espiritual ou religião. O escore médio de bem-estar espiritual foi de 90,4, sendo de 45,6 e 45,1 para as sub-escalas existencial e religiosa, respectivamente. A SWBS apresentou associação com a freqüência a serviços religiosos e práticas espirituais, e não demonstrou ser influenciada por variáveis sociodemográficas e culturais. Indivíduos com bem-estar espiritual baixo e moderado apresentaram o dobro de chances de possuir transtornos psiquiátricos menores (TPM (OR=0,42; IC95% 0,22-0,85. Sujeitos com bem-estar existencial baixo e moderado apresentaram quase cinco vezes mais TPM (OR=0,19; IC95% 0,08-0,45. CONCLUSÕES: O presente estudo mostrou que o bem-estar espiritual atua como fator protetor para transtornos psiquiátricos menores, sendo a sub-escala de bem-estar existencial a maior responsável pelos resultados obtidos.

  16. Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Volcan Sandra Maria Alexandre

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar a influência do bem-estar espiritual na saúde mental de estudantes universitários. MÉTODOS: Estudo transversal com 464 universitários das áreas de medicina e de direito, de Pelotas, RS. A coleta de dados foi realizada em grupos na sala de aula. Os alunos ausentes foram localizados para responderem individualmente; entretanto, 43 não foram encontrados (9,3% de perda. Utilizou-se um questionário auto-aplicável contendo: escala de bem-estar espiritual (SWBS, SRQ-20 (Self-Reporting Questionnaire e informações sociodemográficas sobre práticas religiosas/espirituais e sobre a ocorrência de eventos de vida produtores de estresse. Para análise estatística, foram utilizados os testes de qui-quadrado e regressão logística. RESULTADOS: A maioria dos alunos (80% afirma possuir uma crença espiritual ou religião. O escore médio de bem-estar espiritual foi de 90,4, sendo de 45,6 e 45,1 para as sub-escalas existencial e religiosa, respectivamente. A SWBS apresentou associação com a freqüência a serviços religiosos e práticas espirituais, e não demonstrou ser influenciada por variáveis sociodemográficas e culturais. Indivíduos com bem-estar espiritual baixo e moderado apresentaram o dobro de chances de possuir transtornos psiquiátricos menores (TPM (OR=0,42; IC95% 0,22-0,85. Sujeitos com bem-estar existencial baixo e moderado apresentaram quase cinco vezes mais TPM (OR=0,19; IC95% 0,08-0,45. CONCLUSÕES: O presente estudo mostrou que o bem-estar espiritual atua como fator protetor para transtornos psiquiátricos menores, sendo a sub-escala de bem-estar existencial a maior responsável pelos resultados obtidos.

  17. Causas "fracas" e redes causais complexas em psiquiatria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Fernando S. C. de Araújo

    2014-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Realizamos uma análise do conceito de causalidade aplicado em psiquiatria e propomos sua abordagem baseada nas ideias de influências causais fracas e de redes causais complexas. MÉTODO: Análise conceitual de artigos e livros selecionados. RESULTADOS: Identificamos o modelo de causalidade INUS, proposto pelo filósofo J. L. Mackie que contorna algumas das dificuldades relacionadas à presença de múltiplas causas interdependentes, como parece ocorrer no caso dos transtornos mentais e mostramos que tal modelo se aplica bem ao TEPT. CONCLUSÃO: Sugerimos que o fracasso na busca de causas "fortes" para os transtornos mentais talvez indique a necessidade de revisão de nossas expectativas, com a adoção de modelos alternativos de causalidade.

  18. Conhecendo alguns modelos mentais infantis sobre Filariose Linfática Exploring some mental models of children about Bancroftian filariasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheline Barbosa da Motta

    2007-12-01

    Full Text Available A Filariose linfática é uma parasitose endêmica em Pernambuco desde 1918, com focos persistentes e em expansão na Região Metropolitana do Recife, tornando-se um desafio premente a ser encarado tanto pelas autoridades de saúde pública, como pela população e escolas de áreas de risco. Como subsídio para o planejamento de estratégias pedagógicas que estimulem os alunos a vivenciarem medidas preventivas para controle da doença, identificamos modelos mentais de cinqüenta alunos (nove-dez anos, residentes em áreas endêmicas da região metropolitana. Os resultados indicaram que as crianças: (a acreditam que a filariose é evitável, tratável, causada por fator externo, e que o cumprimento das recomendações médicas é fundamental para o sucesso do tratamento; (b têm dificuldades em identificar os sintomas e as etapas do processo de adoecimento; (c apóiam seus modelos no que podem observar, o que possibilita a estruturação de ações pedagógicas que simulem, na escola, situações reais vividas pelas crianças em sua comunidade.Bancroftian filariasis has been an endemic parasite in Pernambuco since 1918 expanding into the metropolitan region of Recife, and becoming a permanent challenge to be faced by the public health authorities as well as by the population and schools in the risk areas. As support in creating pedagogic strategies that stimulate pupils to put into practice preventative measures against the disease, we identified the mental models of 50 pupils aged from 9 to 10, living at endemic areas of the Recife Metropolitan Region. The results indicated that the children: (a believe that the filariasis can be avoided and treated, that it is caused by external factors and that the observance of medical recommendations is fundamental to the success of the treatment; (b have difficulties in identifying the symptoms and phases of the disease; (c they based their models on features they can see. This makes it possible to build

  19. Neurobiologia do transtorno de personalidade anti-social Neurobiology of anti-social personality disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Marta Del-Ben

    2005-01-01

    Full Text Available Nos últimos anos, tem havido um interesse crescente a respeito de uma melhor compreensão sobre o comportamento anti-social. O aumento da criminalidade e violência urbanas pode ter contribuído para esse maior interesse. Além de fatores psicossociais, outros biológicos têm sido implicados na fisiopatogenia do transtorno de personalidade anti-social (TPAS. Estudos de neuroimagem apontam o envolvimento de estruturas cerebrais frontais, especialmente o córtex orbitofrontal, e a amígdala. Também tem sido sugerido que prejuízos na função serotonérgica estariam associados à ocorrência de comportamento anti-social, já que pacientes com diagnóstico de TPAS apresentam respostas hormonais atenuadas a desafios farmacológicos com drogas que aumentam a função serotonérgica cerebral e redução da concentração de receptores serotonérgicos. Uma abordagem ampla dos diferentes fatores possivelmente envolvidos na fisiopatogenia do TPAS poderia contribuir para o desenvolvimento de novas técnicas de prevenção e intervenção.Violence and crime have been increasing considerably in urban societies. As a consequence, some efforts have been made aiming at a better understanding of antisocial bevaviour. Apart from psychosocial factors, some evidences suggest the occurrence of biological factors in the pathogenesis of antisocial personality disorders (ASPD. Neuroimaging studies have shown the involvement of prefrontal areas, especially orbitofrontal cortex, and amygdala. Also, impaired serotonin (5-HT neurotransmission has been implicated, since patients with ASPD present alterations in measures of 5-Ht system, such as blunted hormonal response to 5-HT pharmacological challenges and reduced 5-HT receptors numbers. A comprehensive approach of antisocial behavior, including biological and psychosocial aspects could lead to the development of new techniques for prevention and intervention in ASPD.

  20. N-acetylcysteine for major depressive episodes in bipolar disorder N-acetilcisteína para o tratamento de episódios de depressão maior no transtorno bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro V Magalhães

    2011-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: In this report, we aimed to evaluate the effect of add-on N-acetylcysteine (NAC on depressive symptoms and functional outcomes in bipolar disorder. To that end, we conducted a secondary analysis of all patients meeting full criteria for a depressive episode in a placebo controlled trial of adjunctive NAC for bipolar disorder. METHOD: Twenty-four week randomised clinical trial comparing adjunctive NAC and placebo in individuals with bipolar disorder experiencing major depressive episodes. Symptomatic and functional outcome data were collected over the study period. RESULTS: Seventeen participants were available for this report. Very large effect sizes in favor of NAC were found for depressive symptoms and functional outcomes at endpoint. Eight of the ten participants on NAC had a treatment response at endpoint; the same was true for only one of the seven participants allocated to placebo. DISCUSSION: These results indicate that adjunctive NAC may be useful for major depressive episodes in bipolar disorder. Further studies designed to confirm this hypothesis are necessary.OBJETIVO: Neste relato, avaliamos o efeito da N-acetilcisteína (NAC adjuvante em sintomas depressivos e desfechos funcionais no transtorno bipolar. Para isso, conduzimos uma análise secundária de todos os pacientes com critérios diagnósticos para um episódio depressivo em um ensaio clínico randomizado comparando NAC adjuvante com placebo no transtorno bipolar. MÉTODO: Ensaio clínico randomizado comparando NAC adjuvante com placebo para episódios depressivos no transtorno bipolar durante 24 semanas. Desfechos funcionais e sintomáticos foram coletados no período. RESULTADOS: Dezessete participantes estavam disponíveis para esta análise. Tamanhos de efeito grandes foram encontrados para sintomas depressivos e desfechos funcionais. Oito dos dez participantes no grupo da NAC tiveram resposta clínica ao fim do tratamento. O mesmo ocorreu em apenas um dos sete

  1. Mortalidade feminina na região Sul do Município de São Paulo: qualidade da certificação médica dos óbitos Maternal mortality in Brazil: quality of medical certification of deaths

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Augusto Franco de Siqueira

    1999-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade da certificação médica dos óbitos de mulheres de 10 a 49 anos na região Sul do Município de São Paulo. MÉTODOS: Utilizou-se a metodologia Puffer para investigar as causas de óbito de todas as mulheres de 10 a 49 anos residentes na região e falecidas no ano de 1989 (num total de 664 óbitos. Foram comparadas as causas de morte relatadas nos atestados de óbitos originais com as refeitas. Calculou-se o grau de sensibilidade das causas e o índice de kappa. RESULTADOS: Obteve-se alta sensibilidade entre as declarações de óbito originais e corrigidas nos grupos de causas (CID-9 das "Doenças do Aparelho Circulatório" (91,9%, "Neoplasias" (89,7% e "Causas Externas" (84,1%. Houve outros com sensibilidades muito baixas. Desses, chama a atenção o capítulo "Transtornos Mentais" (34,3% que, de 11, passa a ter 32 óbitos em que, na maioria dos casos, não havia sido feito o diagnóstico de alcoolismo. Também o capítulo "Complicações da Gravidez, Parto e Puerpério" apresentou uma sensibilidade baixa (44,9%. O índice de kappa foi de 0,63, o que indica uma concordância total regular. DISCUSSÃO: Ainda é insatisfatória a qualidade da certificação médica dos óbitos na área estudada. Essa má qualidade pode afetar negativamente as propostas de intervenção, tornando pouco visíveis problemas tão sérios para a atenção à saúde da mulher.OBJECTIVE: To evaluate the quality of the medical certification of deaths of 10-49 year-old women, resident in the Southern region of the city of S. Paulo METHODS: The Puffer methodology was utilized to investigate the causes of death of all 10-49 year-old women, resident in the region, and deceased in the year 1989 (664 deaths in the total. The main causes of death in the original death certificates and the "new" causes of death arisen from the research were compared. The sensitivity and the kappa index were calculated. RESULTS: In some chapters of the

  2. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade na infância e na adolescência: considerações clínicas e terapêuticas Attention-deficit/hyperactivity disorder in childhood and adolescence: clinical and therapeutic aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Augusto Rohde

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH é um transtorno mental com alta prevalência em crianças e adolescentes, causando prejuízos importantes no funcionamento dos indivíduos acometidos. A presente revisão visa a orientar o psiquiatra sobre alguns dilemas clínicos e terapêuticos freqüentemente encontrados no tratamento desses pacientes. MÉTODOS: Revisão abrangente, não sistemática da literatura sobre as seguintes questões: a diferenciação normalidade/presença do transtorno; b importância clínica do critério de idade de início de prejuízo dos sintomas; c a fronteira com quadros de transtorno de humor bipolar (THB; d diretrizes terapêuticas na presença de comorbidades. RESULTADOS: São apresentadas dicas clínicas para caracterizar o diagnóstico sem aumentar significativamente a proporção de falsos positivos no grupo dos portadores do transtorno, bem como para auxiliar tanto no diagnóstico diferencial com THB quanto no manejo farmacológico do transtorno na presença de comorbidades. CONCLUSÕES: O correto diagnóstico, evitando-se critérios muito flexíveis, é fundamental para um transtorno com constructo dimensional na população, bem como a adequada utilização de medicação para um transtorno com alta prevalência de comorbidades.OBJECTIVE: Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder is a very prevalent disorder in children and adolescents determining important impairments in those affected. This review aims to discuss some clinical and therapeutic dilemmas found by clinical psychiatrists in the treatment of the disorder. METHODS: This is a comprehensive, non-systematic review of the literature addressing the following issues: a differentiation normality/presence of the disorder; b clinical relevance of the age-of-onset of impairment criterion; c frontiers with Bipolar Disorders (BD; d guidelines for treatment when the disorder is associated with comorbidities. RESULTS: Clinical tips

  3. Utilização dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS na cidade de Santos, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Baxter Andreoli

    Full Text Available A fim de descrever a clientela atendida nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS da Cidade de Santos foi realizado um censo de pacientes atendidos nos CAPS no período 1º de junho de 2001 a 30 de junho de 2001. O primeiro contato do paciente com o serviço foi registrado e seus dados foram preenchidos em ficha padronizada utilizando o prontuário médico como fonte de informação. Foram atendidos 1.673 usuários, com idade média de 46 anos, mulheres (59,0%, morando com a família (78,0% e tempo médio de três anos em tratamento no serviço. Atenderam 38,0% de esquizofrênicos, esquizotípicos e delirantes, 31,0% com transtorno de humor e 17,0% de neuróticos, nas modalidades de ambulatório médico-psiquiátrico (81,0%, individual (23,0%, grupal (13,0% e reabilitação psicossocial (4,3%. Os CAPS de Santos atendem todas as categorias de transtornos mentais, sendo os mais freqüentes aqueles considerados mais graves, o que é esperado para este tipo de serviço. O modelo de tratamento oferecido tem características ambulatorial e médico-psiquiátrica.

  4. Transtorno de personalidade na terceira idade Personality disorders in an elderly patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Speggiorin Pereira

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Dificuldades interpessoais, instabilidade afetiva, distorções da relação médico-paciente e respostas imprevisíveis às intervenções são características centrais aos transtornos de personalidade que são encontradas tanto em pacientes jovens, como em adultos idosos. RELATO DE CASO: Encontra-se aqui descrito um caso de transtorno de personalidade em paciente de 68 anos de idade, com transtorno de personalidade do tipo histriônica e outras comorbidades psiquiátricas. CONCLUSÃO: Transtorno de personalidade é um diagnóstico raramente aventado no tratamento psiquiátrico no paciente idoso de difícil manejo. Deve-se nestes casos fazer uma investigação mais aprofundada do funcionamento da personalidade, pois a presença e a severidade do transtorno de personalidade têm implicações no plano da assistência de ambos os tratamentos psicológico e farmacológico.CONTEXT: Interpersonal difficulties, affective instability, distortions of the clinician-patient relationship, and unpredictable responses to clinical interventions, are characteristics found in older adults as well as in younger patients with personality disorders. CASE REPORT: We report the case of a 68 years old patient with histrionic personality disorder and other psychiatric comorbidities. CONCLUSION: Personality disorders are frequently overlooked in the diagnostic workout of complex psychogeriatric syndromes, and require a comprehensive assessment of personality traits. The correct identification of personality disorders and their subtypes is critical for planning the therapeutic approach, including pharmacotherapy and psychological management.

  5. Transtorno de estresse pós-traumático e depressão maior Posttraumatic stress disorder and major depression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo T Berlim

    2003-06-01

    Full Text Available Estudos epidemiológicos indicam, claramente, que o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT está se tornando um importante problema de saúde em termos globais, ainda que continue sendo pouco diagnosticado e tratado de forma inapropriada. O TEPT comumente ocorre em comorbidade com outros transtornos psiquiátricos, especialmente com a depressão maior. Entretanto, a relação entre esses transtornos e o tratamento dessa complexa entidade clínica apenas recentemente passou a receber atenção da literatura especializada. Alguns autores argumentaram que elas são duas entidades distintas, enquanto outros defenderam a hipótese de que a alta prevalência dessa comorbidade pode representar um artefato derivado dos critérios diagnósticos atualmente utilizados. Com relação ao tratamento do TEPT comórbido com depressão maior, os dados disponíveis na literatura são insuficientes e não apontam para nenhuma abordagem específica, embora alguns ensaios clínicos pequenos tenham relatado a utilidade da combinação de inibidores seletivos da recaptação da serotonina com terapia cognitiva.Epidemiological studies clearly indicate that posttraumatic stress disorder (PTSD is becoming a major health concern worldwide even if still poorly recognized and not well treated. PTSD commonly co-occurs with other psychiatric disorder, especially with major depression. However, the relationship between these disorders and the treatment of this complex clinical entity are only now being addressed in the specialized literature. Some authors argued that they are two distinct entities, whereas others defended the hypothesis that the high prevalence of this comorbidity may represent an artifact derived from the diagnostic criteria currently used. Regarding the treatment of PSTD comorbid with major depression, the available data from controlled studies are insufficient to point out for a specific approach, although some small trials reported the usefulness of

  6. Transtorno de estresse pós-traumático em pacientes de unidade de terapia intensiva Post-traumatic stress disorder in intensive care unit patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Vannini Santesso Caiuby

    2010-03-01

    Full Text Available O transtorno de estresse pós-traumático tem sido descrito em pacientes após tratamento em unidade de terapia intensiva. O objetivo foi revisar estudos sobre os aspectos psicológicos e as intervenções terapêuticas destes pacientes após internação em unidade de terapia intensiva. Trinta e oito artigos foram incluídos. A prevalência de transtorno de estresse pós-traumático variou de 17% a 30% e a incidência de 14% a 24%. Os fatores de risco foram: história prévia de ansiedade, depressão ou pânico, ter memórias traumáticas ilusórias (memórias derivadas de formações psíquicas como sonho e delirium, tempo de ventilação mecânica, experiências estressantes, crenças e comportamentos de característica depressiva. Doses altas de opióides, sintomas na retirada da sedação ou analgesia e o uso de lorazepam foram relacionados ao aumento de delirium e de memória ilusória. A sintomatologia do transtorno pode ser reduzida com a administração de hidrocortisona, com a interrupção diária da sedação e não foram encontrados estudos de efetividade de intervenção psicológica.Post-traumatic stress disorder has been detected in patients after treatment in intensive care unit. The main goal of this study is to review the psychological aspects and therapeutic interventions on those patients after their treatment on intensive care unit. Thirty eight articles have been included. The prevalence of post-traumatic stress disorder has varied from 17% up to 30% and the incidence from 14% to 24%. The risk factors were: previous anxiety historic, depression or panic, having delusional traumatic memories (derived from psychic formations as dreams and delirium, belief effects, depressive behavior, stressing experiences and mechanical ventilation. High doses of opiates, symptoms caused by sedation or analgesia reduction and the use of lorazepam were related with the increase of delirium and delusional memory. The disorder sintomatology

  7. Avaliação audiológica comportamental e eletrofisiológica no transtorno do espectro do autismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla Leite Romero

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivo descrever os achados das avaliações audiológicas comportamentais e eletrofisiológicas de pacientes com diagnóstico de transtorno do espectro do autismo. Métodos estudo descritivo, de coorte contemporânea com corte transversal, composto por nove pacientes com diagnóstico de transtorno do espectro do autismo, submetidos a avaliação comportamental e eletrofisiológica da audição. Os resultados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados todos os pacientes avaliados apresentaram limiares audiométricos dentro dos padrões de normalidade. Oito pacientes apresentaram curva timpanométrica do tipo A, e um do tipo C. Observou-se emissões otoacústicas por produto de distorção presentes em todos os pacientes avaliados. Os resultados do potencial evocado auditivo de tronco encefálico demonstraram integridade das vias auditiva. Conclusão a população estudada apresentou resultados compatíveis com a normalidade tanto na avaliação comportamental como na avaliação eletrofisiológica da audição. Pelo fato de não haver consenso, na literatura especializada, quanto aos achados audiológicos nesta população, principalmente no que se refere à avaliação eletrofisiológica do processamento auditivo, sugere-se a realização de novos estudos.

  8. Transtorno de estresse pós-traumático e a presença de recordações referentes à unidade de terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaquilene Barreto da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a incidência de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT em pacientes submetidos à ventilação mecânica (VM e analisar a sua relação com variáveis clínicas, demográficas e presença de recordações referentes à unidade de terapia intensiva (UTI. MÉTODO: Estudo prospectivo longitudinal realizado durante o período de um ano na UTI de um hospital-escola. A avaliação ocorreu três meses após a alta da UTI durante consulta ambulatorial. Os sujeitos foram avaliados utilizando-se um instrumento para avaliar memórias de UTI (IAM-TI e o Impact of Event Scale-Revised (IES-R, para avaliar o TEPT. RESULTADOS: Do total de respondentes, 68,8% eram do sexo masculino, a idade variou entre 18 e 79 anos, com média de 43,5 anos ± 17,1. Quanto à avaliação dos pacientes, 14,5% apresentaram sintomas de TEPT, quando utilizado um ponto de corte > 20 pontos. Para uma melhor precisão diagnóstica, foi utilizado também o ponto de corte ≥ 33 pontos e, nesse caso, sete pacientes (5,1% apresentaram o transtorno. CONCLUSÃO: Poucos pacientes preencheram todos os critérios para o diagnóstico de TEPT, indicando que a grande maioria deles apresentou apenas sintomatologia relacionada ao TEPT.

  9. Transtorno de Estresse Pós-Traumático e Perceção da Doença em Jovens Sobreviventes de Cancro Infantil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Kern de Castro

    2015-07-01

    Full Text Available ObjetivoEste estudo teve como objetivo avaliar a presença de Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT e a sua relação com a perceção da doença numa amostra de 65 jovens sobreviventes de cancro infantil, com uma média de idades de 19 anos (DP = 2,70 e que tinham terminado o tratamento, em média, há sete anos.MétodoForam aplicados instrumentos para obtenção de dados sociodemográficos e clínicos, de sintomas de TEPT – “Posttraumatic Stress Disorder Checklist – Civilian” (PCL-C e de perceção da doença – “Revised Illness Perception Questionnaire for Healthy People” (IPQ-RH.ResultadosA presença de sintomas de TEPT variade 9,2% a 18,5% na amostra, e a perceção da doença esteve correlacionada com os sintomas deste transtorno. As subescalas Representação Emocional e Coerência da Doença (IPQ-RH, foram preditoras dos sintomas de Reexperiência (β = 0,0370; p < 0,01; β = 0,261; p < 0,05, respetivamente. A subescala Representação Emocional (IPQ-RH também foi preditora de sintomas de Esquiva (β = 0,330; p < 0,001.ConclusãoConcluiu-se que a perceção da doença deve ser investigada para prevenir os sintomas de TEPT em sobreviventes de câncer infantil.

  10. Genes de suscetibilidade no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade Susceptibility genes in attention/deficit hyperactivity disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Roman

    2002-02-01

    Full Text Available O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH é um dos transtornos mais comuns da infância e adolescência, afetando entre 3% a 6% das crianças em idade escolar. Essa patologia caracteriza-se por sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade, apresentando ainda uma alta heterogeneidade clínica. Embora as causas precisas do TDAH não estejam esclarecidas, a influência de fatores genéticos é fortemente sugerida pelos estudos epidemiológicos, cujas evidências impulsionaram um grande número de investigações com genes candidatos. Atualmente, apesar da ênfase dada a este tópico, nenhum gene pode ser considerado necessário ou suficiente ao desenvolvimento do TDAH, e a busca de genes que influenciam este processo ainda é o foco de muitas pesquisas. O objetivo desse artigo é, portanto, sumarizar e discutir os principais resultados das pesquisas com genes candidatos no TDAH.Attention-deficit/hyperactivity disorder (ADHD is one of the most common psychiatric disorders of childhood and adolescence, affecting 3%-6% of school age children. It is characterized by symptoms of inattention, hyperactivity and impulsivity, showing also a high clinical heterogeneity. Although the precise causes of ADHD are unclear, the influence of genetic factors is strongly suggested by epidemiologic studies, that provide evidences for a large number of investigations with candidate genes. Nowadays, despite the great attention driven to this subject, no gene can be considered as necessary or sufficient to the development of ADHD, and the search for genes that affect this process is still the focus of many investigations. Thus, the objective of this paper is to summarize and discuss the main results on the research with possible susceptibility genes for ADHD.

  11. Psicoterapia em grupo de pacientes com transtorno afetivo bipolar Group psychotherapy for bipolar disorder patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Carramão Gomes

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Vem crescendo nos últimos anos o número de estudos com abordagens psicoterápicas no tratamento de pacientes com transtorno afetivo bipolar. Contudo, pouco ainda se sabe sobre o efeito que tem estas abordagens nestes pacientes. OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia de grupo no tratamento do transtorno afetivo bipolar. MÉTODO: Levantamento bibliográfico no Medline, Lilacs, PubMed e ISI de artigos publicados em língua inglesa no período de 1975 a 2005 e busca manual com base na bibliografia dos artigos selecionados. Foram incluídos apenas os estudos que utilizaram grupo controle, randomizados, com casuística superior a 20 pacientes. RESULTADOS: Foram encontrados somente cinco trabalhos, três deles publicados nos últimos cinco anos. Três utilizaram modelos de psicoeducação, encontrando aumento na adesão ao tratamento farmacológico. Um destes verificou redução no número de hospitalizações e recaídas. Dois estudos combinaram psicoeducação e abordagens psicoterápicas variadas. Destes, um mostrou aumento no período de remissão e redução de sintomas para episódios maníacos. CONCLUSÕES: O interesse por intervenções psicoterápicas baseadas em evidência, no tratamento do TAB, vem aumentando nos últimos anos. Este fato contrasta com o baixo número de estudos dedicados à modalidade de atendimento em grupo, que poderia ser muito útil em instituições onde grande número de pacientes é atendido. A complexidade clínica dessa doença, a presença de diversas comorbidades e os diferentes graus de adesão à farmacoterapia demandam a criação de opções terapêuticas variadas que atendam às necessidades de cada indivíduo. Os estudos indicam que a terapia de grupo pode ser uma opção eficaz de tratamento que merece ser mais bem investigado para permitir sua aplicação na prática clínica.BACKGROUND: In the last years there has been a growing number of studies using psychotherapy approaches in the

  12. Atualização sobre comorbidade entre transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH e transtornos invasivos do desenvolvimento (TID Update on the comorbidity of attention-deficit/hyperactivity disorder (ADHD and pervasive developmental disorder (PDD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Segenreich

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Atualmente, a comorbidade transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH e transtornos invasivos do desenvolvimento (TID não pode ser estabelecida por meio dos critérios da DSM-IV. Entretanto, diversos pesquisadores questionam esta impossibilidade descrevendo quadros clínicos de pacientes que apresentam características de ambos os transtornos. Esta revisão busca estes achados e propõe uma reflexão sobre o assunto. OBJETIVO: Revisar, de modo seletivo, estudos mais significativos da literatura para compilar uma atualização sobre a comorbidade transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH e transtornos invasivos do desenvolvimento (TID. MÉTODO: Por meio de busca no sistema Medline, selecionaram-se todos os artigos em inglês, publicados entre 2000 e 2005, sobre sintomas de TDAH em pacientes com TID, sintomas autistas em pacientes com TDAH e duplo diagnóstico TDAH/TID, utilizando-se os termos "ADHD", "pervasive", "autism", "ADD", "Asperger" e "PDD". RESULTADOS: Encontraram-se 10 artigos que atendiam aos critérios. Embora haja poucos estudos com amostras pequenas, diferentes autores identificaram um subgrupo distinto de pacientes com TID e maior freqüência e gravidade de sintomas de desatenção e hiperatividade, que aparentemente apresentam menor resposta ao tratamento com estimulantes. CONCLUSÃO: Embora o diagnóstico duplo TDAH e TID não seja corroborado pelo DSM-IV, alguns resultados sugerem que essa comorbidade não deva ser desconsiderada.BACKGROUND: Nowadays, the attention-deficit hyperactivity disorder/pervasive developmental disorder (ADHD/PDD comorbidity is not accepted by DSM-IV criteria. However, researchers from both areas put in check this impossibility and describe patients who have both clinical aspects from attention-deficit hyperactivity disorder (ADHD and pervasive developmental disorder (PDD. In this article we search for this findings proposing new insights on this assumption

  13. Representações mentais da violência entre íntimos: estudo das ideologias associadas ao género

    OpenAIRE

    Santos, Marina Sofia Dinis

    2016-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Psicopatologia e Psicoterapias Dinâmicas), apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra O presente estudo teve como principal objetivo perceber se as representações mentais sobre violência entre parceiros íntimos estão associadas a atitudes sexistas, patriarcais e à legitimação da violência entre íntimos. O estudo realizou-se numa amostra da população geral, constituída por 90 indivíduos do...

  14. Comorbidade entre o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e o abuso e dependência de álcool e outras drogas: evidências por meio de modelos animais Comorbidity between attention deficit/hyperactivity disorder and substance use disorders: evidence from animal models

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro F. Vendruscolo

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever algumas teorias recentes sobre a comorbidade entre o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e os transtornos relacionados ao abuso e dependência de álcool e outras drogas, e discutir a utilidade de um modelo animal de transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, os ratos espontaneamente hipertensos, para o estudo da comorbidade entre transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas. MÉTODO: Compilação dos principais estudos comportamentais investigando o efeito de drogas de abuso em ratos espontaneamente hipertensos. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Os ratos espontaneamente hipertensos, além de apresentarem as principais características do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (impulsividade, hiperatividade e déficit de atenção, parecem ser mais sensíveis a psicoestimulantes, canabinoides e opioides e bebem grandes quantidades de álcool. Além disso, o tratamento repetido destes ratos com metilfenidato (droga psicoestimulante de escolha para o tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade ou a exposição contínua a ambientes lúdicos durante a adolescência resultou, respectivamente, em aumento ou diminuição no consumo de álcool na idade adulta, enfatizando que fatores ambientais podem tanto favorecer como conferir resistência à comorbidade transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas. Apesar dos estudos estarem em fase inicial nesta área, a linhagem de ratos espontaneamente hipertensos parece ser um modelo promissor para o estudo da comorbidade frequentemente observada entre transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas.OBJECTIVE: To describe some recent theories regarding the comorbidity between attention deficit/hyperactivity disorder and substance use disorders and discuss the utility of using

  15. Comorbidade entre o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e o abuso e dependência de álcool e outras drogas: evidências por meio de modelos animais Comorbidity between attention deficit/hyperactivity disorder and substance use disorders: evidence from animal models

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro F. Vendruscolo

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever algumas teorias recentes sobre a comorbidade entre o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e os transtornos relacionados ao abuso e dependência de álcool e outras drogas, e discutir a utilidade de um modelo animal de transtorno de déficit de atenção/ hiperatividade, os ratos espontaneamente hipertensos, para o estudo da comorbidade entre transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas. MÉTODO: Compilação dos principais estudos comportamentais investigando o efeito de drogas de abuso em ratos espontaneamente hipertensos. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Os ratos espontaneamente hipertensos, além de apresentarem as principais características do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (impulsividade, hiperatividade e déficit de atenção, parecem ser mais sensíveis a psicoestimulantes, canabinoides e opioides e bebem grandes quantidades de álcool. Além disso, o tratamento repetido destes ratos com metilfenidato (droga psicoestimulante de escolha para o tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade ou a exposição continua a ambientes lúdicos durante a adolescência resultou, respectivamente, em aumento ou diminuição no consumo de álcool na idade adulta, enfatizando que fatores ambientais podem tanto favorecer como conferir resistência à comorbidade transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas. Apesar dos estudos estarem em fase inicial nesta área, a linhagem de ratos espontaneamente hipertensos parece ser um modelo promissor para o estudo da comorbidade frequentemente observada entre transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e abuso e dependência de álcool e outras drogas.OBJECTIVE: To describe some recent theories regarding the comorbidity between attention deficit/hyperactivity disorder and substance use disorders and discuss the utility of using

  16. Implicações de um grupo de Psicoeducação no cotidiano de portadores de Transtorno Afetivo Bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarita Lopes Menezes

    2012-02-01

    Full Text Available Há evidências crescentes de que o curso Transtorno Afetivo Bipolar (TAB pode ser modificado por abordagens psicoterápicas, tais como a Psicoeducação. Assim, o objetivo deste trabalho foi identificar as implicações do grupo de Psicoeducação no cotidiano dos portadores. Para tanto, optou-se pelo estudo qualitativo, do tipo Estudo de Caso. Foram incluídos doze portadores de TAB que tiveram pelo menos seis participações no Grupo de Psicoeducação desenvolvido na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, gravadas, transcritas e trabalhadas por meio da Análise Temática. Este estudo demonstrou que tal experiência grupal favoreceu a aquisição de conhecimento; a conscientização da doença e adesão ao tratamento; a realização de mudanças positivas na vida; a possibilidade de ajudar outros portadores a se beneficiarem do aprendizado construído no grupo; a descoberta de outras realidades e estratégias de enfrentamento, obtidas por meio da troca de experiências entre os participantes.

  17. Grupo de psicoeducação no transtorno afetivo bipolar: reflexão sobre o modo asilar e o modo psicossocial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarita Lopes Menezes

    2011-08-01

    Full Text Available O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB, conhecido por sua cronicidade, complexidade e altos índices de morbidade e mortalidade, é uma das principais causas de incapacitação no mundo. Há evidências crescentes de que seu curso pode ser modificado por abordagens psicoterápicas como a psicoeducação, que promove o aumento do funcionamento social e ocupacional, bem como da capacidade de manejarem situações estressantes. Trata-se de um relato de experiência sobre um grupo de psicoeducação para familiares e portadores de TAB, sendo esse pautado pela reflexão dos componentes do paradigma das práticas em saúde mental. A reflexão sobre os modos asilar e psicossocial quanto às concepções de objeto e modo de trabalho, possibilitou situar o grupo no modo psicossocial, pois o conhecimento e a vivência experimentados favorecem a autonomia dos sujeitos, que têm maiores chances de se posicionarem frente às dificuldades que lhes sobrevêm na sua existência-sofrimento.

  18. INCLUSÃO ESCOLAR DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Soares Cabral

    Full Text Available RESUMO: Este estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura nacional e internacional quanto a artigos de periódicos científicos sobre a inclusão escolar de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA, atentando-se para o período e o periódico, os temas investigados e suas metodologias. Foram localizados 25 estudos nacionais, nas bases LILACS, BVS, SCIELO e Portal de Periódicos da CAPES, publicados entre 1998 e 2014, e 92 internacionais, localizados nas bases EBSCOhost e Medline, publicados entre 1993 e 2013. As pesquisas nacionais e internacionais foram agrupadas de acordo com os temas de investigação e os seus objetivos. A maioria dos estudos localizados caracterizou-se como empírico e de abordagem qualitativa. De modo geral, a revisão da literatura realizada possibilitou o resgate de experiências sobre a inclusão escolar de crianças com TEA, além de esboçar um breve panorama dos principais temas que estão sendo investigados.

  19. Notas sobre a história oficial do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade TDAH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Vieira Caliman

    Full Text Available Este artigo constrói inicialmente uma cartografia dos discursos históricos do diagnóstico do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH. Em seguida, dois momentos-chave da história oficial do diagnóstico são analisados: as descrições do médico inglês George Still, de 1902, e a síndrome da encefalite letárgica, na primeira metade do século XX. Em tais análises, é dado relevo aos elementos morais e políticos da história oficial do TDAH - eles fazem parte dos níveis mais profundos da constituição do diagnóstico do TDAH que não são explicitados pelo discurso médico-científico. As diferentes versões históricas destacadas e os elementos revelados e ocultados pela história oficial são vistos como parte da constituição do diagnóstico do TDAH. Juntos, eles formam a história do TDAH com todas as suas polêmicas e controvérsias.

  20. Behaviorial inhibition and history of childhood anxiety disorders in Brazilian adult patients with panic disorder and social anxiety disorder Comportamento inibido e história de transtornos de ansiedade na infância em pacientes brasileiros adultos com transtorno do pânico e transtorno de ansiedade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Rassier Isolan

    2005-06-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the presence of behavioral inhibition and anxiety disorders during childhood in Brazilian adult patients with panic disorder and social anxiety disorder compared to a control group. METHODS: Fifty patients with panic disorder, 50 patients with social anxiety disorder, and 50 control subjects were included in the study. To assess the history of childhood anxiety, the Schedule for Affective Disorders and Schizophrenia for School Age Children, Epidemiologic Version (K-SADS-E, and the Diagnostic Interview for Children and Adolescents-Parent Version (DICA-P were used. The presence of behavioral inhibition in childhood was assessed by the self-reported scale of Behavioral Inhibition Retrospective Version (RSRI-30. RESULTS: Patients showed significantly higher prevalence of anxiety disorders and behavioral inhibition in childhood compared to the control group. Patients with social anxiety disorder also showed significantly higher rates of avoidance disorder (46% vs. 18%, p = 0.005, social anxiety disorder (60% vs. 26%, p = 0.001, presence of at least one anxiety disorder (82% vs. 56%, p = 0.009 and global behavioral inhibition (2.89 ± 0.61 vs. 2.46 ± 0.61, p OBJETIVOS: Avaliar a presença de história de comportamento inibido e de transtornos de ansiedade na infância em pacientes brasileiros adultos com transtorno do pânico e com transtorno de ansiedade social, comparando-os com um grupo controle. MÉTODOS: Cinqüenta pacientes com transtorno do pânico, 50 com transtorno de ansiedade social e 50 controles participaram do estudo. Para avaliar a presença de história de ansiedade na infância foi utilizada a Escala para Avaliação de Transtornos Afetivos e Esquizofrenia para Crianças em Idade Escolar - Versão Epidemiológica (K-SADS-E e o Diagnostic Interview for Children and Adolescents-Parent Version (DICA-P. A presença de comportamento inibido na infância foi avaliada através da Escala Auto-Aplicativa de Comportamento

  1. Relationship between neuropsychological and clinical aspects and suicide attempts in euthymic bipolar patients Relação entre aspectos clínicos e neuropsicológicos e as tentativas de suicídio em pacientes eutímicos com transtorno afetivo bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Henrique Paiva de Moraes

    2013-01-01

    Full Text Available Some studies have investigated the possible relationship between suicide attempts and impulsivity in patients with bipolar disorder. The objective of this study was to assess the relationship between neuro-psychological and clinical aspects and suicide behavior in euthymic bipolar patients. The Iowa Gambling Task and the Conner's Continuous Performance Test evaluated impulsivity in 95 euthymic bipolar patients - 42 suicide attempters and 115 normal control participants. A factorial analysis evaluated the adequacy of the instruments. Furthermore, a multiple regression analysis was done in order to develop a model to predict suicide attempts. Our results point to a specific type of impulsivity related to making decisions, lack of planning and borderline personality disorder comorbidity. This type of impulsivity is a risk factor for suicide attempts in patients with bipolar disorder.Alguns estudos investigaram a possível relação entre tentativas de suicídio e impulsividade em pacientes com transtorno bipolar. O objetivo do estudo foi avaliar a relação entre características neuropsicológicas e clínicas e o comportamento suicida em pacientes bipolares eutímicos. Utilizamos o Iowa Gambling Task e o Conner's Continuous Performance Test para avaliar a impulsividade em 95 pacientes eutímicos com transtorno bipolar (42 com tentativas de suicídio e 155 controles normais. Uma análise fatorial avaliou a adequação dos instrumentos e foi criado um modelo para previsão do número de tentativas de suicídio usando regressão linear múltipla. Nossos resultados apontam para um tipo específico de impulsividade relacionada à tomada de decisões, falta de planejamento e para a comorbidade Transtorno de Personalidade Borderline. A impulsividade por não planejamento é um fator de risco para tentativas de suicídio em pacientes com Transtorno Bipolar.

  2. Fisiopatologia do transtorno afetivo bipolar: o que mudou nos últimos 10 anos? Physiopathology of bipolar disorders: what has changed in the last 10 years?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Kapczinski

    2004-10-01

    Full Text Available Apesar dos crescentes esforços para o entendimento da neurobiologia do transtorno afetivo bipolar (TAB, sua exata fisiopatologia permanece indeterminada. Inicialmente, a pesquisa estava voltada para o estudo das aminas biogênicas, devido aos efeitos dos diversos agentes psicofarmacológicos. Mais recentemente, evidências apontam que disfunções nos sistemas de sinalização intracelular e de expressão gênica podem estar associadas ao TAB. Estas alterações podem estar associadas a interrupções nos circuitos reguladores do humor, como sistema límbico, estriado e córtex pré-frontal, sendo que os efeitos neuroprotetores do uso crônico dos estabilizadores de humor podem reverter este processo patológico. Este artigo tem como objetivo trazer uma atualização dos achados recentes sobre a neuroquímica do TAB.Despite recent efforts to understand the neurobiology of Bipolar Disorder (BD, the exact pathophysiology remains undetermined. Due to the effects of various psychopharmacological agents, initial research focused on the study of biogenic amines. Recent evidence has shown that dysfunction in intracellular signaling systems and gene expression may be associated with BD. These alterations may cause interruptions in mood regulating circuits such as the limbic system, striatum and prefrontal cortex, and the neuroprotective effects of mood stabilizers may reverse this pathological process. This study aims to update the recent findings relative to the neurochemistry of BD.

  3. Sleep disturbances in 50 children with attention-deficit hyperactivity disorder Distúrbios do sono em 50 crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Nolasco Hora das Neves

    2007-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This study assesses the relationship between sleep disturbances (SD and attention-deficit and hyperactivity disorder (ADHD to characterize clinical features and associated problems. METHOD: The medical records of 50 children and adolescents ranging in age from 4 to 17 years with ADHD without the diagnosis of mental retardation or pervasive developmental disorders were reviewed. RESULTS: Significant relationships were found between SD and drug therapy (pOBJETIVO: Avaliar a associação entre transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH e distúrbios do sono para caracterizar fatores clínicos e problemas associados. MÉTODO: Foram revistos prontuários de 50 crianças e adolescentes com idade entre 4 e 17 anos e consecutivo diagnóstico de TDAH sem diagnóstico de retardo mental ou transtornos invasivos do desenvolvimento. RESULTADOS: Foram encontradas associações significativas entre alterações do sono e farmacoterapia (p<0,01, comorbidade (p<0,01 e maior aderência ao tratamento prescrito para sintomas de TDAH (p<0,05. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo sugerem que alterações do sono são relevantes em crianças com TDAH e podem estar associadas a aumento dos sintomas.

  4. Repercussões do transtorno disfórico pré-menstrual entre universitárias Effects of premenstrual dysphoric disorder among college students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Conceição Passos de Carvalho

    2009-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM é uma variante mais grave da síndrome pré-menstrual que apresenta a oscilação do humor como fator mais perturbador e debilitante, repercutindo na qualidade de vida das mulheres em idade reprodutiva. O objetivo deste estudo foi identificar as principais repercussões físicas e emocionais causadas pela TDPM entre universitárias de Fisioterapia. MÉTODO: Estudo do tipo corte transversal, descritivo e analítico, realizado no período de agosto a dezembro de 2008 em 259 universitárias. Os instrumentos utilizados para a realização desta pesquisa foram: um questionário contendo questões socioeconômicas, o Questionário de Sintomas Menstruais (Menstrual Symptom Questionnaire, MSQ, a escala de autoavaliação de síndrome de transtorno pré-menstrual de Steiner e o Questionário de Autoavaliação da Escala de Hamilton para Depressão. A análise estatística foi descritiva e analítica, sendo utilizado o teste qui-quadrado ou o teste exato de Fisher, sendo que todas as conclusões foram tomadas ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: Encontramos alta prevalência de repercussões somáticas e emocionais. Através dos sinais e sintomas pesquisados pelo MSQ entre as portadoras de TDPM, observou-se uma associação do transtorno com os sintomas depressivos (p = 0,048. Os demais sintomas como ansiedade, labilidade de humor, sintomas somáticos, habilidade para realizar tarefas e dor não apresentaram correlação. CONCLUSÃO: O TDPM provocou desconforto físico e emocional e revelou uma correlação significativa com os sintomas depressivos, sugerindo tratar-se de uma expressão clínica de transtorno de humor.INTRODUCTION: Maternal premenstrual dysphoric disorder (PMDD is a severe variant of premenstrual syndrome in which mood swings is the most disturbing and debilitating symptom, affecting the quality of life of women of reproductive age. The objective of this study was to

  5. Um caso de transtorno de personalidade borderline atendido em psicoterapia dinâmica breve

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cunha Paulo Jannuzzi

    2001-01-01

    Full Text Available Trata-se de um caso de Transtorno de Personalidade Borderline, encaminhado para a área de Psicoterapia Dinâmica Breve (PDB do Centro de Psicologia Aplicada da UNESP - Bauru/SP. O foco delimitado consistiu em trabalhar as características depressivas do paciente, buscando ajudá-lo a elaborar o luto pela perda de sua mãe. A análise deste caso veio corroborar a hipótese de que pacientes com transtorno de personalidade borderline também podem ser beneficiados com a PDB. A peculiaridade desta modalidade de atendimento está relacionada ao estabelecimento de objetivos terapêuticos (foco condizentes com as reais possibilidades e limites de cada paciente.

  6. Distonia primária e transtorno obsessivo-compulsivo Primary dystonia and obsessive-compulsive disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Machado Vilhena Dias

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Uma maior freqüência de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC em pacientes com distonia primária vem sendo relatada na literatura. O objetivo deste trabalho é revisar os estudos que investigaram a associação entre TOC e distonia primária. MÉTODOS: Artigos que correlacionaram ambas as condições, incluindo estudos caso-controle, descritivos, relatos e série de casos, foram selecionados. As bases de dados avaliadas foram Medline e Lilacs. RESULTADOS: Foram encontrados 12 artigos, sendo 8 estudos caso-controle e 4 séries ou relatos de casos. Metade dos estudos caso-controle observou mais sintomas obsessivo-compulsivos nos pacientes com distonia em relação a controles, enquanto a outra metade não. CONCLUSÃO: Os resultados são conflitantes, não sendo possível estabelecer uma conclusão definitiva acerca da associação entre distonia e TOC.OBJECTIVE: Patients with primary dystonia have been reported to have a major incidence of obsessive-compulsive disorder (OCD. The objective of the present work is to review the studies that investigated the association between OCD and primary dystonia. METHODS: Articles that correlated both conditions, including case-control and descriptive studies as well as case-reports and series, were selected. Articles were searched on Medline and Lilacs. RESULTS: Twelve articles were found, and eight were case-control studies. In half of case-control studies, obsessive-compulsive symptoms were more common in patients with dystonia than controls, while in the other half there was no such a difference. CONCLUSION: As the results are controversial, definite conclusion regarding the association between dystonia and OCD cannot be established.

  7. The Eating Disorders Section of the Development and Well-Being Assessment (DAWBA: development and validation Sessão de Transtornos Alimentares do Development and Well-Being Assessment (DAWBA: desenvolvimento e validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Moya

    2005-03-01

    ão entrevistados em todos os casos, assim como as jovens de 11 anos ou mais. MÉTODOS: 174 meninas, divididas em três grupos, foram avaliadas com a Sessão de Transtornos Alimentares do Development and Well-Being Assessment: 48 jovens com transtornos alimentares, 55 controles clínicos (com depressão, transtorno obsessivo-compulsivo ou doença gastrintestinal e 71 controles da comunidade. Sensibilidade, especificidade e valores preditivos do instrumento foram pesquisados pela comparação dos diagnósticos pelo Development and Well-Being Assessment com diagnósticos psiquiátricos independentes. A confiabilidade teste-reteste foi investigada reaplicando-se o instrumento em 55 sujeitos após duas ou três semanas. RESULTADOS: Para a detecção de qualquer transtorno alimentar segundo o DSM-IV e o CID-10, o diagnóstico final pelo Development and Well-Being Assessment apresentou sensibilidade de 100%, especificidade de 94%, valor preditivo positivo de 88%, valor preditivo negativo de 100% e 95% de concordância entre testes e retestes (Kappa de 0,81. CONCLUSÃO: A Sessão de Transtornos Alimentares do Development and Well-Being Assessment tem boas propriedades psicométricas para o uso em estudos clínicos e epidemiológicos.

  8. Transtornos alimentares na infância e na adolescência Trastornos alimentares en la infancia y adolescencia y factores de riesgo Eating disorders in childhood and adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Abreu Gonçalves

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Discutir os transtornos alimentares em crianças e adolescentes quanto às suas características e fatores de risco. FONTES DE DADOS: A pesquisa de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed e SciELO pela combinação dos termos 'crianças', 'adolescentes', 'comportamento alimentar', 'transtorno alimentar', 'bulimia' e 'anorexia', nos idiomas português e inglês. Foram considerados os artigos publicados entre 2007 e 2011, sendo selecionados 49 que analisaram o desenvolvimento do comportamento alimentar e de seus transtornos, a anorexia e a bulimia nervosa e os transtornos alimentares não especificados. SÍNTESE DOS DADOS: Os transtornos alimentares, em especial os não especificados, mostraram-se comuns na infância e na adolescência. Sua presença foi atribuída principalmente ao ambiente familiar e à exposição aos meios de comunicação. As comorbidades psicológicas muitas vezes acompanhavam o diagnóstico do transtorno. CONCLUSÕES: Dentre os fatores de risco para os transtornos alimentares, destacaram-se a mídia e os ambientes social e familiar. A influência da mídia e do ambiente social foi associada, principalmente, ao culto à magreza. Já no âmbito familiar, o momento das refeições mostrou-se fundamental na determinação do comportamento alimentar e no desenvolvimento de seus transtornos. Os transtornos alimentares se associaram a problemas nutricionais (déficit no crescimento e ganho de peso, à saúde bucal (queilose, erosão dental, periodontites e hipertrofia das glândulas salivares e aos prejuízos sociais.OBJETIVO: Discutir los trastornos alimentares en niños y adolescentes respecto a sus características y factores de riesgo. FUENTES DE DATOS: La investigación de artículos se realizó en las bases de datos PubMed y SciELO por la combinación de los términos "niños", "adolescentes", "comportamiento alimentar", "trastorno alimentar", "bulimia" y "anorexia", en los idiomas portugués e inglés. Se

  9. Estresse em familiares de crianças com transtornos do aprendizado http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v4n6p66-73

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Mousinho

    2011-05-01

    Full Text Available Introdução: Considerando-se a criança parte ativa no núcleo familiar, um déficit na leitura provoca efeitos em toda a família. O baixo rendimento escolar decorrente de dislexia ou distúrbio de aprendizagem pode aumentar o nível de estresse dos familiares.   Metodologia: participaram do projeto de pesquisa dezesseis responsáveis por crianças atendidas no Ambulatório de Transtornos da Língua Escrita, INDC-UFRJ. Foram utilizados dois questionários, sendo um estruturado: estresse, versão reduzida e um questionário específico de problemas de aprendizagem, semi-aberto, calcado nas dificuldades relatadas pelas famílias na prática clínica. Nos dois casos, as respostas deveriam ser dadas considerando-se os momentos antes e depois do diagnóstico. Resultados: foram reveladas correlações estatísticas (Pearson entre os itens dos dois questionários: significância estatística entre estresse x melhores resultados escolares e estresse x compreensão da escola. Na comparação entre o momento antes e depois do diagnóstico, evidenciou-se decréscimo substancial do impacto do estresse nos seguintes aspectos e momentos: durante o período de provas, na relação com a escola, na baixa auto-estima/ sofrimento da criança, nas terapias de apoio, em relação ao julgamento dos outros, na implicância de colegas, e na não compreensão da própria dificuldade. Conclusão: Transtornos do Aprendizado  podem ser fonte de estresse na família. A compreensão da escola somada aos melhores resultados escolares ajudam a diminuí-lo. O diagnóstico, associado à compreensão das dificuldades, é um período em que a redução se torna mais visível. Tais dados confirmam que é um importante momento para oferecer esclarecimento e apoio aos familiares.Palavras-chave: transtornos do aprendizado;família; estresse

  10. Relação entre os achados do teste masking level difference e do reflexo acústico em crianças com transtorno fonológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Weber Bartz

    2015-10-01

    Full Text Available Resumo: OBJETIVO: investigar os achados do teste Masking Level Difference com os resultados do reflexo acústico e a composição do sistema fonológico de crianças com transtorno fonológico, com o propósito de verificar se há associações que possam auxiliar a compreensão do processo de aquisição de linguagem atípica. MÉTODOS: estudo quantitativo, observacional e descritivo, desenvolvido por meio de levantamento secundário de um banco de dados, constituído de avaliações fonoaudiológicas de 110 crianças com transtorno fonológico, com idades entre 5 e 10 anos. Para a composição do corpus deste estudo o requisito utilizado foi a realização da timpanometria, com curva timpanométrica do tipo A (Jerger e possuir avaliação do Masking Level Difference. RESULTADOS: dos dados de 110 crianças, 57 se enquadraram nestes requisitos, compondo a população deste estudo, sendo 42 do sexo masculino e 15 do sexo feminino. Destas 57 crianças, 23 (40,3% apresentam resultado do Masking Level Difference normal e 34 (59,7% apresentam resultado alterado. Não foi encontrada diferença estatística na relação entre o Masking Level Difference com as variáveis idade, sexo, grau de inteligibilidade de fala e o resultado do reflexo acústico contralateral e ipsilateral. Na relação entre a aquisição fonológica dos fonemas em onsetinicial e medial, foi encontrada significância estatística entre a não aquisição dos fonemas /s/ e /ʀ/ em onset inicial e /s/ e /z/ em onset medial com o resultado do teste alterado. CONCLUSÃO: outras habilidades do processamento auditivo, além da interação binaural, devem ser estudadas a fim de identificar a relação deste com o transtorno fonológico.

  11. Manejo do paciente com transtornos relacionados ao uso de substância psicoativa na emergência psiquiátrica Management of patients with substance use illnesses in psychiatric emergency department

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Abrantes do Amaral

    2010-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Transtornos por uso de substâncias são prevalentes em setores de emergência gerais e psiquiátricos, atingindo taxas de 28% das ocorrências em prontos-socorros gerais. Todavia, profissionais dos setores de emergência identificam menos que 50% dos casos de problemas relacionados ao álcool. Este artigo visa fornecer base fundamentada em evidências para o tratamento específico a pacientes que preencham os critérios diagnósticos de transtornos por uso de substâncias e que se apresentam ao pronto-socorro em quadros de intoxicação ou abstinência. MÉTODO: Uma revisão sobre o tema foi realizada na base de dados Medline, usando-se os descritores "intoxicação aguda", "abstinência", "álcool", "cocaína", "cannabis", "opioides", "inalantes" e "manejo", tendo o inglês como idioma. RESULTADOS E CONCLUSÃO: O cuidado de pessoas com transtornos por uso de substâncias deve conter: avaliação completa (médica geral e psiquiátrica, tratamento dos quadros diagnosticados (abstinência, intoxicação e quadros clínicos que caracterizem uma emergência, sensibilização do paciente para realizar tratamento, se for necessário, e elaboração de encaminhamento.OBJECTIVE: Substance use disorders are prevalent in emergency departments in medical and psychiatric services, reaching rates of 28% of cases in medical emergency departments. However, professionals in the emergency department identify less than 50% of cases of alcohol-related problems. This article aims to provide evidence-based interventions for the specific treatment to patients who meet diagnostic criteria for substance use disorders and who present to emergency rooms during intoxication or abstinence. METHOD: A literature review was performed on Medline database, using the descriptors "acute intoxication", "withdrawal", "alcohol", "cocaine", "cannabis", "opioid", "inhalant", "management", using English as the language. RESULTS: AND CONCLUSION: The care of persons with

  12. A experiência da agudização dos sintomas psicóticos: percepção de familiares = The experience with acute psychotic symptoms: perception of family

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moraski, Tarciana Raquel

    2005-01-01

    Resultados e conclusões: A partir da análise dos dados, identificaram-se as repercussões no âmbito familiar em decorrência dos sintomas psicóticos agudos de um dos integrantes do grupo familiar, pelo fato deste estar acometido por um transtorno mental. Conclui-se que os familiares necessitam de atenção e de apoio por parte das instituições de saúde, como estratégia de enfrentamento aos desafios advindos do cuidar de um doente mental psicótico

  13. Coordenação motora fina de escolares com dislexia e transtorno do déficit de atenção e hiperatividade Fine motor coordination of students with dyslexia and attention deficit disorder with hiperactivity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Matiko Martins Okuda

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever e comparar o desempenho da coordenação motora fina em escolares com dislexia e com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade utilizando parâmetros de desempenho motor e idade cronológica da Escala de Desenvolvimento Motor. MÉTODO: participaram 22 escolaresdo ensino fundamental, de ambos os gêneros, na faixa etária de 6 a 11 anos de idade distribuídos em: GI: 11 escolares com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e GII: 11 com dislexia. Como procedimento, provas de motricidade fina da Escala de Desenvolvimento Motor foram aplicadas. RESULTADOS: os resultados revelaram diferença estatisticamente significante entre a idade motora fina e a idade cronológica de GI e GII. Conforme a classificação da Escala do Desenvolvimento Motor, 90% dos escolares de GI e GII apresentaram desenvolvimento motor fino muito inferior ao esperado para a idade e 10% dos escolares com dislexia apresentam desenvolvimento normal baixo ao esperado para a idade e 10% dos escolares com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade apresentaram desenvolvimento inferior ao esperado para a idade. CONCLUSÃO: concluímos que tanto os escolares com dislexia como os com TDAH deste estudo apresentam atrasos na coordenação motora fina, demonstrando que os participantes desta pesquisa apresentam dificuldades em atividades que exijam destreza, quadro característico do transtorno do desenvolvimento da coordenação. Estudos complementares estão sendo conduzidos pelos autores deste estudo para poder verificar e comprovar se o perfil motor fino dos escolares encontrados neste estudo se assemelham ou se diferem de acordo com o quadro apresentado pelos mesmos.PURPOSE: to describe and compare the fine motor coordination performance of students with dyslexia and with Attention Deficit and Hyperactivity Disorder. METHOD: the study included 22 elementary school students of both genders, aged from 6 to 11-year old, divided into

  14. Critérios diagnósticos para os transtornos alimentares: conceitos em evolução Diagnostic criteria for eating disorders: evolving concepts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica de Medeiros Claudino

    2002-12-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta o "estado de arte" da discussão acerca dos critérios diagnósticos atuais dos transtornos alimentares: Anorexia Nervosa (AN, Bulimia Nervosa (BN e Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP. Dentre os aspectos controversos da AN, destacam-se: a concepção da distorção de imagem corporal, a necessidade da presença de amenorréia para o diagnóstico e a possibilidade de manifestação de AN sem seu aspecto característico, o medo de engordar, em culturas não ocidentalizadas. Quanto à BN, discute-se especialmente a concepção de compulsão alimentar sua freqüência e duração necessárias para o diagnóstico. O artigo apresenta também os critérios sugeridos para o diagnóstico de TCAP e comenta sua difícil distinção com a BN não purgativa. As questões aqui discutidas possibilitarão o aprimoramento da nosologia da área.This article presents the "the state of art" of the discussion over the current diagnostic criteria for eating disorders: Anorexia Nervosa (AN, Bulimia Nervosa (BN and Binge-Eating Disorder (BED. Within the controversial aspects of AN, it is outlined: the conception of body image disturbance, the necessity of amenorrhea fpr the diagnosis and the possibility of AN without its characteristic aspect, the morbid fear of weight, in not Westernized cultures. For BN, it is specially discussed the conception of binge-eating and the frequency and duration of episodes necessary for the diagnosis. The article also presents the suggested criteria for BED diagnosis and comments on its difficult distinction from non-purging BN . The issues here discussed shall improve the nosology in the field.

  15. Cognitive impairment in a Brazilian sample of patients with bipolar disorder Prejuízo cognitivo em uma amostra brasileira de pacientes com transtorno do humor bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia J Schneider

    2008-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Persistent neurocognitive deficits have been described in bipolar mood disorder. As far as we are aware, no study have examined whether the cognitive impairment is presented in the same way in a Brazilian sample. METHOD: Cognitive function of 66 patients with bipolar disorder (32 with depressive symptoms and 34 euthymic and 28 healthy subjects was examined using a complete cognitive battery. RESULTS: Patients with bipolar disorder presented a significantly poorer performance in eight of the 12 subtests when compared to healthy subjects. There was no significant difference between the subgroups of patients. These patients showed impairment in both verbal and non-verbal cognitive function. CONCLUSION: Cognitive impairment was found in both groups of patients with bipolar disorder. The findings described here suggest an overall impairment of cognitive function, independent of mood symptoms. This is in line with data showing that cognitive deficits may be a persistent characteristic of bipolar disorder.OBJETIVO: Déficits neurocognitivos persistentes têm sido descritos no transtorno do humor bipolar; entretanto, não há estudos em amostras brasileiras para avaliar se o prejuízo se apresenta da mesma forma. MÉTODO: Foi realizada uma avaliação cognitiva em 66 pacientes bipolares (32 com sintomas depressivos e 34 eutímicos e 28 controles, utilizando-se uma bateria cognitiva completa. RESULTADOS: Em oito dos 12 subtestes avaliados os pacientes apresentaram desempenho significativamente inferior em relação aos controles. Não houve diferença significativa entre os grupos de pacientes. Foram encontrados prejuízos cognitivos tanto na área verbal como na área não verbal da cognição. CONCLUSÃO: Foi observada uma performance inferior em ambos os grupos de pacientes com transtorno bipolar. As dificuldades cognitivas encontradas apontam para um prejuízo global no funcionamento cognitivo, independente da presença de sintomas

  16. A influência da comorbidade com transtornos alimentares na apresentação de mulheres dependentes de substâncias psicoativas The impact of eating disorders as a comorbidity on psychoactive drug-dependent women seeking care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Brasiliano

    2006-01-01

    Full Text Available A associação entre transtornos alimentares e dependência de substâncias é freqüente na prática clínica. Apesar de já existirem dados sugestivos de que essa associação possa sinalizar maior severidade nos distúrbios psiquiátricos e clínicos das pacientes, poucas pesquisas avaliaram sua influência no tratamento. Oitenta mulheres dependentes de álcool e drogas que procuraram tratamento em um programa exclusivo para mulheres foram avaliadas por meio da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV (SCID, do ASI, e de um questionário padronizado para a coleta de dados sociodemográficos e relativos ao uso de substâncias psicoativas. As 27 (33,75% pacientes que tinham transtornos alimentares presentes (grupo com TA foram comparadas com as 53 (66,25% que não tinham essa comorbidade (grupo sem TA. Os resultados mostraram que o grupo com TA teve problemas com drogas de maneira mais precoce, era significativamente mais jovem e tinha maior severidade no uso destas que o grupo sem TA. As diferenças encontradas, bem como a alta prevalência dos transtornos alimentares não formais, enfatizam a importância de uma avaliação detalhada dos transtornos alimentares em pacientes dependentes de substâncias psicoativas que buscam tratamento. A fim de planejar abordagens terapêuticas efetivas, essas diferenças e, principalmente, a influência da comorbidade entre transtornos alimentares e dependência de substâncias psicoativas no tratamento da dependência química precisam ser investigadas no futuro.The co-occurrence of eating disorders and substance use disorders is frequent in clinical settings. Although there are some data suggesting that this co-occurrence may signal greater psychiatric disturbances and greater medical risks, few studies have evaluated its impact on treatment course. Eighty drug dependent women who had sought treatment in a substance use gender-responsive program were assessed with the Structured Clinical Interview for

  17. Qualidade de vida em indivíduos com transtorno obsessivo-compulsivo: revisão da literatura Quality of life in individuals with obsessive-compulsive disorder: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Gomes Niederauer

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: O transtorno obsessivo-compulsivo acomete entre 1,6 a 3,1% da população. Em virtude de uma maior compreensão do sofrimento associado aos sintomas, aumentaram os estudos e o interesse no bem-estar geral e na qualidade de vida dos portadores. MÉTODO: Foi realizada uma revisão bibliográfica de trabalhos que investigaram a qualidade de vida em portadores de transtorno obsessivo-compulsivo. A busca foi feita nas bases de dados Medline, SciELO e PsychoInfo, utilizando como palavras-chave quality of life e obsessive-compulsive disorder. Foram selecionados 27 artigos que abordaram o tema, sendo descritas as áreas mais afetadas pelo transtorno, bem como a sua relação com a qualidade de vida foram descritas. Também foram apresentados efeitos de tratamentos na qualidade de vida dos pacientes. RESULTADOS: Os relacionamentos sociais e familiares, seguidos pelo desempenho ocupacional (capacidade para trabalhar e estudar, foram as áreas mais afetadas pelo transtorno e, apesar de melhorarem com tratamento, permanecem insatisfatórios. As obsessões foram associadas a prejuízos mais significativos na qualidade de vida do que as compulsões (rituais. CONCLUSÕES: Apesar das limitações, os estudos mostram evidências do comprometimento da qualidade de vida de indivíduos com transtorno obsessivo-compulsivo, sendo este comparável ao de pacientes com esquizofrenia. Pesquisas futuras com diferentes delineamentos são necessárias para estabelecer resultados mais consistentes.OBJECTIVE: Obsessive-compulsive disorder affects between 1.6 and 3.1% of the population. Due to the distress caused by obsessive-compulsive disorder leading to disability as well as the prevalence of the disease, there has been an increase in the number of studies focusing on the general well-being of patients by assessing quality of life. METHOD: A literature review of the studies that investigated the quality of life of patients with obsessive-compulsive disorder was

  18. Transtorno dismórfico corporal em dermatologia: diagnóstico, epidemiologia e aspectos clínicos Body dysmorphic disorder in dermatology: diagnosis, epidemiology and clinical aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Archetti Conrado

    2009-12-01

    Full Text Available São cada vez mais frequentes as queixas cosméticas, uma vez que objetivam a perfeição das formas do corpo e da pele. Os dermatologistas são consultados para avaliar e tratar essas queixas. Sendo assim, é importante conhecer o Transtorno Dismórfico Corporal, inicialmente chamado de "dismorfofobia", pouco estudado até recentemente. Esse transtorno é relativamente comum, por vezes, incapacitante, e envolve uma percepção distorcida da imagem corporal, caracterizada pela preocupação exagerada com um defeito imaginário na aparência ou com um mínimo defeito corporal presente. A maioria dos pacientes apresenta algum grau de prejuízo no funcionamento social e ocupacional, e como resultado de suas queixas obsessivas com a aparência, podem desenvolver comportamentos compulsivos, e, em casos mais graves, há risco de suicídio. O nível de crença é prejudicado, visto que não reconhecem o seu defeito como mínimo ou inexistente e, frequentemente, procuram tratamentos cosméticos para um transtorno psíquico. A prevalência do transtorno, na população geral, é de 1 a 2% e, em pacientes dermatológicos e de cirurgia cosmética, de 2,9 a 16%. Considerando a alta prevalência do Transtorno Dismórfico Corporal, em pacientes dermatológicos, e que os tratamentos cosméticos raramente melhoram seus sintomas, o treinamento dos profissionais para a investigação sistemática, diagnóstico e encaminhamento para tratamento psiquiátrico é fundamental.Cosmetic concerns are becoming increasingly common in view of the obsession with the perfect body and skin. Dermatologists are often seen to evaluate and treat these conditions. Therefore, it is important to acknowledge the existence of Body Dysmorphic Disorder, also known as dysmorphophobia. Despite being relatively common, this disorder has not been well researched. Sometimes causing impairment, the disease involves a distorted body image perception characterized by excessive preoccupation with

  19. Tempo de latência e características da nomeação de figuras de crianças com transtorno da leitura Latency time and characteristics of picture labelling by children with reading disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Stivanin

    2007-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar o tempo de latência e as características da nomeação de figuras em crianças com Transtorno da Leitura e com desenvolvimento típico de leitura, de mesma escolaridade. As amostras foram constituídas por 20 crianças com Transtorno da Leitura (m=8,3 a e 25 criançassem dificuldades na leitura (m=8,6 a, de ambos os gêneros. O teste de nomeação de figuras foi constituído por 96 figuras, com balanceamento equivalente às palavras escritas: freqüência de ocorrência, extensão e complexidade para o português falado no Brasil. As figuras foram apresentadas na tela de um computador e as crianças foram instruídas a dizer o nome das figuras. O tempo de latência e as respostas foram registradas em um programa criado especialmente para esta pesquisa. As respostas foram analisadas de acordo com os critérios da literatura específica. Não foram observadas diferenças entre crianças com Transtorno da Leitura e seus controles para o tempo de latência. Todavia os resultados apontaram mais respostas corretas para o grupo de leitores e mais erros fonológicos para as crianças com Transtorno da Leitura. Conclui-se que o tempo gasto para a recuperação dos nomes das figuras é semelhante entre as amostras, porém as crianças com Transtorno da Leitura podem exibir déficits na nomeação de figuras, principalmente para selecionar as formas fonológicas dos nomes, resultando em nomeações incorretas.The aim of this study was to verify latency time and the properties for the picture labelling in children with reading disorders and children with typical reading development. The sample was composed of 20 children with reading disorders (age mean=8,3 y and 25 children without reading disorders (age mean=8,6 y, from both genders. The picture labelling test was made up of 96 pictures, divided into stimuli groups, with equivalent balance to written words: frequency of occurrence of the written word, word

  20. Abordagens psicoterápicas no transtorno bipolar Psychoterapeutic approach in bipolar disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Knapp

    2005-01-01

    Full Text Available Embora o tratamento farmacológico seja essencial para o tratamento do transtorno bipolar, apenas 40% de todos os pacientes que aderem às medicações permanecem assintomáticos durante o período de seguimento, o que tem levado ao desenvolvimento de intervenções psicoterápicas associadas. O objetivo deste artigo é examinar as evidências atuais da eficácia de intervenções psicoterápicas no tratamento do transtorno bipolar. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica por meio do MedLine, PsychoINFO, Lilacs e Cochrane Data Bank, até o ano de 2004, em que foram procurados artigos originais e revisões sobre as abordagens psicoterápicas utilizadas no tratamento do transtorno bipolar. Há várias abordagens que podem se mostrar úteis no tratamento do transtorno bipolar. A psicoeducação e a terapia cognitivo-comportamental apresentam as evidências mais consistentes e são as técnicas mais amplamente estudadas. As intervenções envolvendo familiares e a terapia interpessoal e de ritmo social se mostram tratamentos eficazes em determinadas situações. Há alguns estudos empregando a terapia psicodinâmica no transtorno bipolar, mas são estudos com limitações metodológicas. Apesar de haver evidências demonstrando a eficácia de determinadas abordagens psicoterápicas no transtorno bipolar, ainda é necessária a realização de estudos posteriores que comprovem tais dados e que desenvolvam tratamentos baseados em modelos etiológicos e que identifiquem tratamentos específicos para as diferentes fases e tipos de transtorno bipolar.Although pharmacological treatment is essential for treating bipolar disorder, less than half of all medication compliant patients are non-symptomatic during follow-up, which has led to developments of adjunctive psychosocial interventions. This paper examines the current evidence for effectiveness of psychotherapeutic interventions in the treatment of bipolar disorder. Searches were undertaken through Med

  1. Panic disorder and hyperventilation Transtorno do pânico e hiperventilação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANTONIO EGIDIO NARD

    1999-12-01

    Full Text Available Respiratory abnormalities are associated with anxiety, particularly with panic attacks. Symptoms such as shortness of breath, "empty-head" feeling, dizziness, paresthesias and tachypnea have been described in the psychiatric and respiratory physiology related to panic disorder. Panic disorder patients exhibit both behaviorally and physiologically abnormal responses to respiratory challenges tests. Objective: We aim to observe the induction of panic attacks by hyperventilation in a group of panic disorder patients (DSM-IV. Method: 13 panic disorder patients and 11 normal volunteers were randomly selected. They were drug free for a week. They were induced to hyperventilate (30 breaths/min for 3 minutes. Anxiety scales were taken before and after the test. Results: 9 (69.2% panic disorder patients and one (9.1% of control subjects had a panic attack after hyperventilating (pDistúrbios respiratórios estão associados à ansiedade, especialmente aos ataques de pânico. Sufocamento, sensação de "cabeça leve", tonteira, parestesias e taquipnéia aparecem na descrição psiquiátrica e respiratória do transtorno do pânico. Pacientes com transtorno do pânico apresentam respostas comportamentais e fisiológicas anormais a testes respiratórios. Objetivo: Observamos a indução de ataques de pânico através de hiperventilação em um grupo de pacientes com transtorno do pânico (DSM-IV. Método: Selecionamos de forma randomizada 13 pacientes com transtorno do pânico e 11 voluntários normais. Todos estavam sem medicação há uma semana. Foram induzidos a hiperventilar (30 inspirações/minuto durante 3 minutos. Escalas de ansiedade foram utilizadas antes e após o teste. Resultados: No grupo com transtorno de pânico, 9 (69,2% pacientes apresentaram ataque de pânico após a hiperventilação e apenas 1 (9,1% no grupo controle (p<0,05. Conclusão: Os pacientes com transtorno do pânico foram mais sensíveis à hiperventilação que o grupo

  2. Transtorno de estresse pós-traumático e percepção sobre a doença em jovens sobreviventes de câncer infantil

    OpenAIRE

    Zancan, Renata Klein

    2013-01-01

    O câncer infantil é um conjunto de doenças caracterizadas pela proliferação descontrolada de células anormais. Apesar dos avanços da ciência e da medicina, fazendo com que a taxa de sobrevida chegue em média a 80%, a doença ainda é considerada ameaçadora e os tratamentos são dolorosos e invasivos. Esta experiência pode acarretar consequências psicológicas, dentre elas, o Transtorno de Estresse Pós-traumático (TEPT) ou a presença de sintomatologia do mesmo. Dessa forma, o objetivo dessa disser...

  3. Transtorno de estresse pós-traumático em universitários vítimas de violência doméstica na infância e na adolescência

    OpenAIRE

    Nogueira, José Rômulo Feitosa

    2013-01-01

    p. 1-87 Objetivo: Investigar a prevalência de Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) em estudantes universitários vítimas de traumas sexuais, físicos e psicológicos ocorridos em ambientes domésticos, vivenciados na infância e na adolescência. Método: Estudo de corte transversal e caráter censitário, em sete instituições localizadas na região Nordeste do Brasil, com alunos maiores de 18 anos do primeiro e do último semestres teóricos dos cursos de graduação. A coleta de...

  4. Relato da vida escolar de pessoas com o transtorno obsessivo-compulsivo e altas habilidades: a necessidade de programas de enriquecimento School life of people who have obsessive-compulsive disorder and high habilities: the need of enrichment programs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Claudia Dutra Lopes Barbosa

    2005-08-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo discutir a oferta de atividades escolares de apoio a estudantes com sintomas ou transtorno obsessivo-compulsivo e altas habilidades/superdotação/talentos, através de atividades psico-educacionais denominadas programas de enriquecimento. Para se identificar o comportamento relativo às altas habilidades nos sujeitos, foram utilizados os testes psicológicos Matrizes Progressivas de Raven - Escala Geral, e Minhas Mãos (MM, além do coeficiente de rendimento escolar dos sujeitos, bem como os relatos dos mesmos, colhidos por meio de questionário baseado no Modelo Triádico de Renzulli e Mönks. Quanto aos comportamentos dos sujeitos relacionados ao transtorno obsessivo-compulsivo diagnosticado por psiquiatra, foram utilizados a Escala de Sintomas Obsessivo-Compulsivos de Yale-Brown (YBOCS e um questionário baseado em Cordioli, para a identificação dos sintomas obsessivo-compulsivos apresentados pelos sujeitos. Os resultados da pesquisa, além de (1 reforçarem a pertinência da proposta de utilização de programas de enriquecimento para estudantes com altas habilidades, (2 evidenciaram a desinformação de alguns educadores acerca das manifestações e sintomas do transtorno obsessivo-compulsivo, e (3 indicaram que as altas habilidades não são percebidas por muitos educadores como uma necessidade especial que deve ser reconhecida e oportunizada. O método de pesquisa estudo de caso foi aplicado a 9 sujeitos os quais apresentam altas habilidades/superdotação/talentos e transtorno obsessivo-compulsivo.This article intends to discuss supporting school activities to students who present obsessive-compulsive disorder or its symptoms, and also High Abilities/Giftedness/Talents, by introducing psycho educational activities nominated enrichment programs. In order to identify the High Abilities behavior in subjects, it was performed psychological tests such as Raven Progressive Matrix-General Scale, My Hands (MM

  5. A importância do foco da terapia cognitivo-comportamental direcionado às sensações corporais no transtorno do pânico: relato de caso

    OpenAIRE

    King,Anna Lucia Spear; Valença,Alexandre Martins; Melo-Neto,Valfrido Leão de; Nardi,Antonio Egidio

    2007-01-01

    CONTEXTO: A conceituação cognitiva do transtorno de pânico (TP) realça os medos de sensações corporais (SC) em conseqüência de avaliações distorcidas pelo indivíduo, que interpreta erroneamente as SC de forma catastrófica. OBJETIVO:A importância desse relato de caso é apresentar um trabalho intensivo de indução dos sintomas de ataque de pânico, com técnicas da terapia cognitivo-comportamental (TCC) relacionadas às SC. MÉTODO: O caso de E., feminino, 56 anos, foi retirado de uma pesquisa reali...

  6. Epidemiologia dos transtornos do desenvolvimento psicológico em adolescentes: uso de álcool e outras drogas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Vinícius Rocha

    2015-01-01

    Full Text Available identificar las características personales y clínicas de adolescentes con Trastornos del Desarrollo Psicológico, usuarios de alcohol y otras drogas. Método: estudio retrospectivo que analizó la atención en un Centro de Atención Psicosocial III. Resultados: de 415 adolescentes tratados, 52,3% eran mujeres; 89,9% con 12 a 14 años; 51,6% asistidos por orden judicial; 28,2% tenían “Trastorno del Desarrollo Psicológico no Especificado”; 32,3% utilizaban múltiples drogas. Tener entre 12 y 14 años presentó, respectivamente, riesgos 2,5 y 1,5 veces mayores de Trastorno de Desarrollo Psicológico. Consumidores de cocaína/grieta presentaron más probabilidad (4,27 veces de recibir el diagnóstico “Uso de Sustancias Psicoactivas”. Conclusión: los adolescentes son tratados según la Ley, que requiere tratamiento debido a las inadecuaciones al convivio común, en alto uso de cannabinoides, y la dificultad de profesionales en la atención de los Trastornos del Desarrollo Psicológico.

  7. Síndrome de burnout ou estafa profissional e os transtornos psiquiátricos Burnout syndrome and psychiatric disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telma Ramos Trigo

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A síndrome de burnout é conseqüente a prolongados níveis de estresse no trabalho e compreende exaustão emocional, distanciamento das relações pessoais e diminuição do sentimento de realização pessoal. OBJETIVO: O objetivo deste artigo foi realizar uma revisão bibliográfica a respeito da síndrome no Brasil e em outros países, considerando sua prevalência, possíveis fatores de risco para seu desenvolvimento, sua associação com outros transtornos psiquiátricos e conseqüências para o indivíduo e a organização em que trabalha. MÉTODOS: Realizou-se uma revisão bibliográfica utilizando-se a base de dados da MedLine, Scielo, American Psychiatry Association, Evidence-Based Mental Health, American College of Physicians, Agency for Healthcare Research and Quality, National Guideline Clearinghouse e da Organização Mundial da Saúde no período compreendido entre 1985 e 2006. CONCLUSÃO: A prevalência da síndrome de burnout ainda é incerta, mas dados sugerem que acomete um número significativo de indivíduos, variando de aproximadamente 4% a 85,7%, conforme a população estudada. Pode apresentar comorbidade com alguns transtornos psiquiátricos, como a depressão. Os efeitos do burnout podem prejudicar o profissional em três níveis: individual (físico, mental, profissional e social, profissional (atendimento negligente e lento ao cliente, contato impessoal com colegas de trabalho e/ou pacientes/clientes e organizacional (conflito com os membros da equipe, rotatividade, absenteísmo, diminuição da qualidade dos serviços. Mais pesquisas devem ser realizadas para que mudanças positivas nas organizações de trabalho sejam baseadas em evidências científicas.BACKGROUND: Burnout syndrome is consequent of prolonged levels of stress in the work’s environment. OBJECTIVE: The aims of this article are to obtain information about the syndrome’s prevalence in Brazil and in other countries, the risk factors

  8. Terapia de linguagem de irmãos com transtornos invasivos do desenvolvimento: estudo longitudinal Language therapy of brothers with pervasive developmental disorders: longitudinal study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Regina Nunes Misquiatti

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi descrever o processo de intervenção fonoaudiológica de dois irmãos com transtornos invasivos do desenvolvimento, por meio de um estudo longitudinal de caso clínico. Participaram dois irmãos, um de nove e outro de 11 anos de idade, ambos do gênero masculino, com autismo (Caso 1 e transtorno invasivo do desenvolvimento sem outra especificação (Caso 2. Como procedimento de coleta e análise de dados foi realizado um estudo longitudinal, por meio de acompanhamento dos casos ao longo de quatro anos de intervenção fonoaudiológica. Foram realizadas filmagens durante as sessões de terapia, análise documental de informações dos prontuários referentes à anamnese, avaliação e relatórios terapêuticos fonoaudiológicos, exames e avaliações multidisciplinares. Em ambos os casos houve melhora no contato visual, na interação social, no vocabulário e na brincadeira simbólica. No Caso 1 ocorreu aumento de 2,0 para 6,2 atos comunicativos por minuto, no Caso 2 de 3,5 para 8,0 atos e ambos demonstraram predominância do meio verbal e maior variedade de funções comunicativas. Outros fatores influenciaram estes resultados, como a deficiência intelectual, a dinâmica familiar, os conflitos no relacionamento entre os irmãos e o ambiente escolar em que estavam inseridos. Confirmou-se a relevância do fonoaudiólogo em intervenções nos transtornos invasivos do desenvolvimento, junto a equipes multidisciplinares, para a discussão diagnóstica e de condutas mais adequadas. Estudos longitudinais podem contribuir para uma análise mais detalhada e fidedigna de intervenções terapêuticas nesses casos, para esclarecer lacunas existentes na literatura e subsidiar a atuação do fonoaudiólogo clínico.The aim of this research was to describe the language intervention process of two brothers with pervasive developmental disorders, through a longitudinal clinical case study. Two brothers - one nine and the other 11

  9. Suicidal ideation and suicide attempts in bipolar disorder type I: an update for the clinician Ideação suicida e tentativas de suicídio no transtorno afetivo bipolar tipo I: uma atualização para o clínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lena Nabuco de Abreu

    2009-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This article reviews the evidence for the major risk factors associated with suicidal behavior in bipolar disorder. METHOD: Review of the literature studies on bipolar disorder, suicidal behavior and suicidal ideation. RESULTS: Bipolar disorder is strongly associated with suicide ideation and suicide attempts. In clinical samples between 14-59% of the patients have suicide ideation and 25-56% present at least one suicide attempt during lifetime. Approximately 15% to 19% of patients with bipolar disorder die from suicide. The causes of suicidal behavior are multiple and complex. Some strong predictors of suicidal behavior have emerged in the literature such as current mood state, severity of depression, anxiety, aggressiveness, hostility, hopelessness, comorbidity with others Axis I and Axis II disorders, lifetime history of mixed states, and history of physical or sexual abuse. CONCLUSION: Bipolar disorder is the psychiatric condition associated with highest lifetime risk for suicide attempts and suicide completion. Thus it is important to clinicians to understand the major risk factors for suicidal behavior in order to choose better strategies to deal with this complex behavior.OBJETIVO: O artigo revisa as evidências relacionadas aos principais fatores de risco associados ao comportamento suicida no transtorno bipolar. MÉTODO: Revisão de artigos da literatura em transtorno bipolar, tentativa de suicídio e ideação suicida. RESULTADOS: O transtorno bipolar está fortemente associado à presença de ideação suicida e a tentativas de suicídio. Em amostras clínicas, entre 14% e 59% dos pacientes apresentam ideação suicida e entre 25% e 56% têm pelo menos uma tentativa de suicídio ao longo da vida. Aproximadamente 15% a 19% dos pacientes com transtorno afetivo bipolar morrem por suicídio. As causas do comportamento suicida são múltiplas e complexas. Alguns preditores de comportamento suicida vêm sendo demonstrados

  10. Autonomia profissional dos professores

    OpenAIRE

    Guerra, Teresa P.; Veiga, Feliciano

    2007-01-01

    Este estudo pretendeu analisar as representações dos professores acerca da sua autonomia em contexto escolar, com recurso a uma amostra de 203 professores de ambos os sexos, pertencentes a escolas dos distritos de Lisboa, Setúbal, Leiria e Aveiro. Utilizou-se a Escala de Autonomia Profissional dos Professores (EAPP).

  11. Prevalência de transtornos psiquiátricos em pacientes em hemodiálise no estado da Bahia Prevalence of psychiatric disorders in patients in hemodialysis in the state of Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose A. Moura Junior

    2006-01-01

    Full Text Available INRODUÇÃO: Limitações da qualidade de vida dos pacientes com insuficiência renal crônica (IRC em programa de hemodiálise estão associadas a maior prevalência de transtornos psiquiátricos. O diagnóstico precoce e preciso pode contribuir na elaboração de estratégias de tratamento. OBJETIVO: Estudar a prevalência e o padrão dos transtornos psiquiátricos em pacientes hemodialisados, identificando variáveis relacionadas com sua ocorrência. MÉTODOS: Foram estudados 244 pacientes e analisadas as variáveis associadas à ocorrência de transtornos psiquiátricos. Os pacientes foram avaliados através do Mini-International Neuropsychiatric Interview (MINI. RESULTADOS: Pelo menos um diagnóstico psiquiátrico foi apresentado por 91 pacientes (37,3%. Os de ocorrência mais freqüente foram distimia (17,6%, risco de suicídio (16,4% e episódio depressivo maior (8,6%. O sexo feminino apresentou maior risco de transtornos psiquiátricos (razão de chance [RC] = 2,77; intervalo de confiança [IC] 95%: 1,42-5,41. Os pacientes viúvos, separados e solteiros apresentaram maior risco de transtornos psiquiátricos do que os casados (RC= 5,507;IC95%:1,348-22,551. Aqueles com menos de dois anos em diálise apresentaram risco maior (RC = 2,075; IC 95%: 1,026-4,197. Os pacientes com clearance fracional de uréia (Kt/V abaixo de 0,9 tiveram maior chance de apresentar transtornos psiquiátricos (RC = 3,955; IC 95%: 1,069-11,012. CONCLUSÕES: A prevalência de transtornos psiquiátricos foi alta. Os transtornos afetivos foram os mais freqüentes. Nas mulheres e naqueles com Kt/V baixo, o risco foi maior. Nos pacientes casados e naqueles com mais de dois anos em tratamento o risco foi menor.INTRODUCTION: Limiting factors of dialysis patients' quality of life are associated with high rates of psychiatric disease. Since effective treatment of psychiatric diseases can positively affect dialysis patients' prognosis and survival, there is a need for an

  12. Transtorno de estresse pós-traumático decorrente de acidente de trabalho: implicações psicológicas, socioeconômicas e jurídicas Posttraumatic stress disorder resulting from occupational accident: psychological, socioeconomic, and legal implications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiziana Souto Schaefer

    2012-08-01

    Full Text Available Entre as possíveis consequências dos acidentes de trabalho ressalta-se que, embora os prejuízos físicos sejam mais facilmente percebidos, sintomas e transtornos psiquiátricos têm sido cada vez mais observados. Nesse contexto, o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT é um dos transtornos mais comuns, causando prejuízos para os trabalhadores e tendo grande impacto na sua qualidade de vida. O objetivo deste artigo foi apresentar uma revisão teórica sobre o TEPT decorrente de acidente de trabalho, bem como revisar as implicações psicológicas, sócio-econômicas e jurídicas desencadeadas pelo transtorno. A partir da revisão da literatura apresentada, fica evidente a repercussão do TEPT para a vida do indivíduo, com prejuízos significativos nas relações familiares, sociais e, sobretudo, no ambiente de trabalho. Finalmente, a discussão sobre o TEPT no contexto do trabalho suscita para a consideração em torno de diferentes eixos: prevenção, avaliação, tratamento e ressarcimento acerca dos prejuízos causados.Among the possible consequences of occupational accidents, it is emphasized that although the physical damage are more easily perceived, psychiatric symptoms and disorders have been increasingly observed. In this context, Post-Traumatic Stress Disorder (PTSD is one of the most common, causing injuries to workers and having great impact on their quality of life. The aim of this paper was to present a theoretical review of PTSD resulting from occupational accidents as well as review the psychological, socioeconomic and legal consequences triggered by the disorder. From the review of the literature presented, it is evident the impact of PTSD for the individual's life, with significant losses in their relationships and in the workplace. Finally, the discussion about PTSD in the work environment raises for consideration about prevention, assessment, treatment and compensation.

  13. Bipolar disorder and age-related functional impairment Prejuízo funcional associado à idade e transtorno bipolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Aita Cacilhas

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Although bipolar disorder is a major contributor to functional impairment worldwide, an independent impact of bipolar disorder and ageing on functioning has yet to be demonstrated. The objective of the present study was to evaluate the effect of bipolar disorder on age-related functional status using matched controls as a standard. METHOD: One-hundred patients with bipolar disorder and matched controls were evaluated for disability. Age-related effects controlled for confounders were cross-sectionally evaluated. RESULTS: Patients were significantly more impaired than controls. Regression showed effects for aging in both groups. The effect, size, however, was significantly stronger in patients. CONCLUSION: Bipolar disorder was an important effect modifier of the age impact on functioning. While a longitudinal design is needed to effectively demonstrate this different impact, this study further depicts bipolar disorder as a chronic and progressively impairing illness.OBJETIVO: O transtorno bipolar é responsável por importante parcela do prejuízo funcional ao redor do mundo. Um efeito independente do transtorno bipolar e da idade no funcionamento ainda não foi demonstrado. O presente estudo tem o objetivo de avaliar o efeito do transtorno bipolar no prejuízo funcional relacionado à idade, com controles pareados como padrão. MÉTODO: Cem pacientes com transtorno bipolar e controles pareados foram avaliados para incapacidade. Efeitos relacionados à idade, com controle para confundidores, foram investigados. RESULTADOS: Pacientes tiveram significativamente mais prejuízo que controles. A regressão mostrou efeito para a idade em ambos os grupos, e o efeito foi significativamente mais forte nos pacientes. CONCLUSÃO: O transtorno bipolar foi um importante modificador de efeito no impacto da idade no funcionamento. Enquanto um desenho de estudo longitudinal é necessário para efetivamente demonstrar este impacto diferencial, este

  14. Exercício aeróbio como terapia de exposição a estímulos interoceptivos no tratamento do transtorno de pânico Aerobic exercise as exposure therapy to interoceptive cues in panic disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo William Muotri

    2007-10-01

    Full Text Available Os ataques de pânico são representados por um período distinto no qual há o início súbito de intensa apreensão, temor ou terror, freqüentemente associados com sentimentos de catástrofe iminente, diagnosticado em aproximadamente 10% da população. O Transtorno de Pânico é um transtorno de ansiedade que se caracteriza pela recorrência de ataques de pânico: crises súbitas de mal-estar e sensação de perigo ou morte iminente, acompanhadas de diversos sintomas físicos e cognitivos. Os indivíduos com Transtorno de Pânico apresentam, caracteristicamente, preocupações acerca das implicações ou conseqüências dos ataques de pânico. É uma condição clínica complexa que envolve diferentes modalidades ou conglomerados de sintomas. Assim, o foco nas sensações físicas erroneamente interpretadas no transtorno de pânico e na hipocondria centraliza-se basicamente nas manifestações autonômicas, como taquicardia e dispnéia. Há poucos estudos sobre atividade física e transtorno de pânico. O principal objetivo do estudo visa identificar com diferentes descrições se há uma população "nuclear" com sintomas predominantemente respiratórios apresentando esquiva de atividade física e a influência do exercício nesta população.Panic attacks are represented by distinct periods in which there is a sudden beginning of internal apprehension, fear or terror, frequently associated with feelings of imminent catastrophe, diagnosed in approximately 10% of the population. The panic disorder is an anxiety crisis that is characterized by the recurrence of panic attacks: sudden crises of uneasiness and sensation of danger or imminent death, followed by diverse physical and cognitive symptoms. Individuals with panic disorder are characteristically concerned about panic attacks implications or consequences. It is a complex clinical condition that involves different modalities or myriad of symptoms. Thus, the focus on the physical

  15. Estratégias adotadas por pessoas com Transtorno Afetivo Bipolar e a necessidade de terapêutica medicamentosa

    OpenAIRE

    Miasso,Adriana Inocenti; Cassiani,Silvia Helena De Bortoli; Pedrão,Luiz Jorge

    2007-01-01

    Este estudo identificou as estratégias adotadas pela pessoa com Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) diante da necessidade de uso contínuo de medicamentos. Foi utilizada a abordagem qualitativa, tendo como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados, à luz do Interacionismo Simbólico. Participaram do estudo 14 pessoas com TAB que estavam em acompanhamento em uma Unidade Ambulatorial de Transtornos do Humor de um hospital universitário e 14 familiares indicados pelas mesmas. A entrevi...

  16. Síndrome da anovulação crônica hiperandrogênica e transtornos psíquicos Hyperandrogenic chronic anovulation and psychologic disturbances

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Arnaldo S. Ferreira

    2006-01-01

    Full Text Available Os autores fazem uma revisão da síndrome dos ovários policísticos (SOP com relação aos seus aspectos etiopatogênicos, clínicos, diagnósticos e terapêuticos, dando ênfase aos transtornos de ordem psíquica que freqüentemente acompanham esse distúrbiio. Tecem considerações sobre a importância não só de um efetivo tratamento médico, mas também de uma abordagem e um apoio psicológico, no sentido de melhorar ainda mais o bem-estar e a qualidade de vida dessas mulheres.The authors have reviewed the main aspects of the polycystic ovary syndrome (PCOS with respect to its etiopathogenic, clinical, diagnostic and therapeutic features, highlighting the psychological distresses that frequently arise in the syndrome. They also make considerations on the importance of an effective clinical treatment as well as on the approaches and psychological support, aiming to improve women’s well-being and quality of life.

  17. O cuidado interdisciplinar à família do portador de transtorno mental no paradigma da desinstitucionalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Pagliarini Waidman

    2005-01-01

    Full Text Available Estudio de tipo bibliográfico buscó identificar en los estudios acerca de ladesinstitucionalización y la familia las referencias sobre el cuidado multi y interdisciplinario en salud mentaly apuntar las categorias que emergen según en el tema. Fueron analizados cuarenta y una publicaciones,cuatro tesis y diez disertaciones de maestrado en enfermería, dos disertaciones de medicina y veinticincoarticulos publicados en periodicos brasileños de enfermería y de medicina. El análisis del contenido utilizadoen este estudio fue de Bardin. Fue señaladas tres categorías: crítica al cuidado ofrecido por algunos profesionales;la necesidad de preparación del profesional de la salud para cuidar de las familias del portadores de trastornomental y; la importancia del profesional de la salud como agente de desinstitutionalización y reinserción socialdel portador de transtorno mental. El trabajo interdisciplinario de la salud mental es uno de los supuestos paraque la desinstitutionalización sea eficaz, no obstante, en este estudio puede apreciarse que los profesionales dela salud presentaron dificultad para desarrollar esta forma de trabajo.

  18. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade à luz de uma abordagem crítica: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabella da Silva Arantes Pereira

    2011-04-01

    Full Text Available Este trabalho refere-se a um estudo de caso envolvendo o atendimento psicológico clínico de uma menina de seis anos, previamente diagnosticada com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH. Buscamos promover uma discussão do caso, mostrando sua condução e manejo na perspectiva da Psicologia histórico-cultural, a qual entende o TDAH como um fenômeno complexo e multideterminado. Discutimos também questões como: medicalização, naturalização dos comportamentos indesejáveis do aluno, bem como, a influência do contexto familiar. A partir da análise desse caso, concluímos que a atenção não deve ser concebida como uma capacidade meramente inata e cerebral, mas como fruto da relação dialética entre um organismo biológico e seu meio histórico-cultural. No tocante à escola, percebemos que esta, ao biologizar comportamentos indesejáveis do aluno, tem contribuído sobremaneira para a perpetuação de ideologias do sistema dominante, geradoras de preconceitos, exclusão e ideias reducionistas do ser humano.

  19. Avaliação e diagnóstico do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Linck Graeff

    2008-09-01

    Full Text Available O objetivo desse artigo é efetuar um estudo teórico sobre alguns dos recursos mais utilizados em termos de avaliação e diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH. O TDAH é uma patologia de alta prevalência na infância e adolescência. A prática clínica aponta uma alta incidência de crianças que procuram atendimento com diagnóstico prévio de TDAH, que muitas vezes não é correto. Os próprios estudos de prevalência mostram achados que se diferem bastante, alertando para a necessidade de se refletir sobre o processo de avaliação e diagnóstico. Este artigo visa a apontar algumas das técnicas mais utilizadas para a avaliação da criança e do adolescente, abordando o processo como um todo, tendo em vista maior confiabilidade no diagnóstico e no tratamento.

  20. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  1. Estudo de caso controle para avaliar o impacto do abuso sexual infantil nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Paraventi

    2011-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O objetivo deste estudo foi investigar se antecedente de abuso sexual na infância (ASI está associado com transtornos alimentares na vida adulta. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de caso controle (N = 120 comparando mulheres com transtornos alimentares tratadas em ambulatório universitário especializado com um grupo controle de pacientes de clínica não psiquiátrica (ambulatório de oftalmologia. RESULTADOS: Este estudo encontrou maior prevalência de ASI na anorexia nervosa (AN comparada ao grupo controle (50% versus 14,8%; OR = 5,8 IC 95% = 1,3-25,6; p < 0,05, entretanto não identificou diferença estatística entre os grupos comparando com casos de bulimia nervosa (BN (26,7% versus 27% no grupo controle; OR = 0,99; IC 95% = 0,24-4,1 e com transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP, apesar da maior prevalência de ASI observada neste último em relação ao grupo controle (43,7% versus 27,3%; OR = 2,1 IC 95% = 0,5- 8,1. Considerando-se a presença de dois ou mais episódios de ASI, observou-se também maior prevalência em AN (35,7% versus 3,7% nos controles; OR = 14,4 IC 95% = 1,5-140,8; p < 0,05. CONCLUSÃO: Este estudo mostrou forte associação da anorexia nervosa com antecedentes de abuso sexual na infância.

  2. Marcadores periféricos e a fisiopatologia do transtorno bipolar

    OpenAIRE

    Pedro V. S. Magalhães; Gabriel R. Fries; Flávio Kapczinski

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: O entendimento da fisiopatologia do transtorno bipolar vem tendo avanços consistentes nos últimos anos. Um enfoque na relação entre carga alostática e alterações sistêmicas vem tomando corpo, com o objetivo de se entender a frequente progressão da doença. Proeminentes entre os mediadores periféricos têm sido as moléculas que poderiam ser amplamente agrupadas em neurotrofinas, marcadores de estresse oxidativo e marcadores inflamatórios. OBJETIVO: Descrever achados recentes em relaç...

  3. Comorbidade em crianças e adolescentes com transtorno do déficit de atenção: resultados preliminares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Isabella

    2001-01-01

    Full Text Available Trinta e quatro crianças e adolescentes com idades entre 6 e 16 anos, com diagnóstico de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH segundo a DSM-IV, foram examinadas e avaliadas quanto a comorbidade com outros transtornos psiquiátricos através do questionário padronizado P-CHIPS aplicado aos pais. Observou-se expressiva ocorrência de transtornos comórbidos (85,7%, sendo o transtorno opositivo-desafiador (20,6% e o transtorno de conduta (39,2% os mais comuns. Pelo menos dois outros diagnósticos que não o de TDAH puderam ser observados em 57% da amostra. A depressão maior pode ser diagnosticada em quatro casos e quadros ansiosos (transtorno de ansiedade generalizada, ansiedade de separação e fobias foram observados em 34,3% da amostra. A presença de comorbidade altera de modo significativo o prognóstico da enfermidade e pode sugerir estratégias terapêuticas específicas dependendo de cada caso. A comorbidade frequente também pode sugerir a necessidade do uso de entrevistas diagnósticas que contemplam outros transtornos psiquiátricos.

  4. Outlining new frontiers for the comprehension of obsessive-compulsive disorder: a review of its relationship with fear and anxiety Desenhando as novas fronteiras para a compreensão do transtorno obsessivo-compulsivo: uma revisão de sua relação com o medo e a ansiedade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Belo Diniz

    2012-06-01

    ísticas do TOC e a fenomenologia e fisiopatologia dos demais transtornos de ansiedade com o intuito de dar suporte ao racional que orienta a pesquisa nesse campo. RESULTADOS: Alguns dados sobre os neurocircuitos envolvidos na manifestação dos transtornos de ansiedade foram obtidos a partir do estudo de modelos animais de ansiedade, e da neuroimagem estrutural e funcional em humanos. Esses trabalhos sugerem que no TOC, além da disfunção das vias corticoestriatais, o funcionamento do circuito amigdalocortical, essencial para a apresentação da resposta de medo e processos de extinção dessa resposta, também pode estar prejudicado. CONCLUSÃO: É provável que a ansiedade seja uma dimensão relevante do TOC, com impacto em outras características desse transtorno. Consequentemente, estudos futuros podem se beneficiar da investigação dos fenômenos de medo e ansiedade e de suas relações com os tipos de obsessões e compulsões, idade de início do TOC, comorbidades e padrões de resposta ao tratamento.

  5. The GABA A-Receptor γ2 (GABRG2 Gene in obsessive-compulsive disorder O gene do receptor GABA A- γ2 (GABRG2 no transtorno obsessivo-compulsivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margaret A. Richter

    2009-12-01

    ; consentimento informado foi obtido. Um polimorfismo no sítio de restrição da enzima NciI, localizado no íntron 2, foi genotipado e os dados foram analisados utilizando-se o Teste de Desequilíbrio de Transmissão. RESULTADOS: No total, 61 das famílias participantes foram informativas (ou seja, com pelo menos um progenitor heterozigoto. Não foi observado desequilíbrio de transmissão de qualquer um dos dois alelos (χ2 = 0,016, 1 g.l., p = 0,898 aos probandos afetados. CONCLUSÃO/DISCUSSÃO: Apesar de estes resultados não fornecerem suporte para um papel importante para o gene GABA A-γ2 no transtorno obsessivo-compulsivo, novas investigações desse gene em amostras maiores são justificadas.

  6. Bipolar disorder and Premenstrual Syndrome or Premenstrual Dysphoric Disorder comorbidity: a systematic review Comorbidade entre o Transtorno Bipolar e Síndrome Pré-menstrual ou Transtorno Disfórico Pré-menstrual: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Carvalho Cirillo

    2012-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This article aims to review the comorbidity of premenstrual syndrome (PMS or premenstrual dysphoric disorder (PMDD and bipolar disorder (BD, identify variables requiring further investigation and to remind physicians that special care is required for diagnosis and therapy. METHOD: A systematic review of articles published from 1987 to February 2012 was conducted in the Medline database with the following terms: (premenstrual syndrome OR premenstrual dysphoric disorder OR premenstrual AND (bipolar OR mania OR manic. Seventeen articles were analyzed. RESULTS: PMS and PMDD were most often comorbid among BD-II patients and vice versa. Moreover, patients with PMS or PMDD also have an increased risk of having BD-I. In addition, bipolar women susceptible to hormonal changes exhibit more severe symptoms, more frequent relapses and a worse therapeutic response. CONCLUSION: Future investigations should attempt to stabilize hormonal levels through the continuous use of contraceptives to target a reduction in symptom severity. In addition, psychiatrists should note menstrual period dates and compare symptom intensity between the luteal and follicular phases. Finally, PMS and PMDD patients should be studied separately.OBJETIVO: Esse artigo tem como objetivo revisar a comorbidade entre a Síndrome Pré-Menstrual (SPM ou Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM e o Transtorno Bipolar (TB, identificar as variáveis que exigem uma investigação mais aprofundada e lembrar os médicos que as mulheres necessitam de cuidados especiais para diagnóstico e tratamento. MÉTODO: Foi realizada uma revisão sistemática de 1987 a fevereiro de 2012 através da base de dados Medline utilizando os seguintes descritores: (premenstrual syndrome OR premenstrual dysphoric disorder OR premenstrual AND (bipolar OR mania OR manic. Dezessete artigos foram analisados. RESULTADOS: Pacientes com SPM ou TDPM possuem comorbidade com TB-II com maior frequência e vice

  7. Concepts of mental health and care according to mentally-ill patients and their relatives Concepciones sobre enfermedad mental y atención según enfermos mentales y sus familiares Concepções sobre doença mental e assistência segundo doentes mentais e seus familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Lucia Mendiondo Osinaga

    2005-06-01

    características sociodemográficas e clínicas de doentes mentais e seus familiares; 2 analisar suas concepções sobre doença mental e assistência psiquiátrica. Aplicou-se a Escala de Medida de Opinião (EMO. Foram realizadas análises quantitativas e qualitativas dos dados. Os 104 sujeitos constituem-se em 35 portadores e 69 familiares (n=104. As provas estatísticas foram o teste de Mann-Whitney, comparando duas populações independentes (Portadores x Familiares, e o Teste de Wilcoxon, comparando duas populações relacionadas (Conceito e Assistência. Houve homogeneidade na distribuição dos escores dos sujeitos tanto para Conceito como para Assistência. Portanto, não houve questões que se sobressaíssem ou que se concentrassem em nenhum dos dois grupos. O perfil dos sujeitos retrata a transição da assistência manicomial para experiências inovadoras, embora haja a concentração dos tratamentos medicamentosos e a dependência da instituição psiquiátrica.

  8. Evolução nutricional de pacientes com transtornos alimentares: experiência de 30 anos de um Hospital Universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphaela Fernanda Muniz Palma

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a evolução do estado nutricional e dos parâmetros bioquímicos de pacientes com anorexia nervosa e bulimia nervosa internados para tratamento durante seguimento em serviço especializado. MÉTODOS: Foram revisados todos os prontuários dos pacientes em seguimento pelo serviço de 1982 a 2011, que foram internados para tratamento. Dados sociodemográficos, peso, altura e exames bioquímicos foram coletados no início e final da internação. RESULTADOS: No período referido, 83 pacientes com diagnóstico de anorexia ou bulimia nervosa foram internados para tratamento. A maioria era do sexo feminino (95,2% raça branca (94,0%, solteira (76,0% e sem filhos (78,3%. O diagnóstico predominante foi de anorexia nervosa (85,5%, sobretudo em seu tipo restritivo (54,2%. O índice de massa corporal médio dos pacientes adultos (n=41 evoluiu de 16,53±4,9 para 17,47±4,3kg/m² (p<0,05. Para as crianças e adolescentes (n=38, passou de 13,78±2,57 para 15,11±2,99kg/m² (p<0,05. Os valores médios da maioria dos parâmetros bioquímicos estavam dentro do limite da normalidade e, apenas o betacaroteno, manteve-se em níveis médios acima da normalidade no início e final da internação. Os valores de albumina, hematócrito, lipoproteína de alta densidade e potássio melhoraram ao final da internação (p<0,05. CONCLUSÃO: A hospitalização integral, apesar das dificuldades e da complexidade inerentes ao tratamento dos transtornos alimentares, considerando-se principalmente a resistência frente à recuperação do peso, pode proporcionar melhoria no estado nutricional e normalização de diversos parâmetros bioquímicos.

  9. Comorbid anxiety and depression disorders in patients with chronic pain Transtornos ansiosos e depressivos em pacientes com dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Castro

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the frequency of anxiety and depression disorders in patients with chronic pain. METHOD: Patients receiving care at the pain clinic of the Federal University of Bahia between February 2003 and November 2006. The MINI PLUS - Mini International Neuropsychiatric Interview was used to evaluate the patients and establish psychiatric diagnoses. RESULTS: 400 patients were evaluated mean age was 45.6±11.37 years; 82.8% were female, 17.3% male; 48.5% were married; 55.1% were Catholics; and 40.5% had only high school education. Of these 29.9% reported intense pain and 70.8% reported suffering pain daily. The most frequent medical diagnosis was herniated disc (24.5%, and 48.5% of patients had been undergoing treatment at the pain clinic for less than 3 months. Comorbidities found were depressive episodes (42%, dysthymia (54%, social phobia (36.5%, agoraphobia (8.5% and panic disorder (7.3%. CONCLUSION: Psychiatric comorbidities are prevalent in patients suffering chronic pain.OBJETIVO: Avaliar a freqüência de transtornos ansiosos e depressivos em pacientes com dor crônica. MÉTODO: Os pacientes foram avaliados na clínica da dor da Universidade Federal da Bahia entre fevereiro 2003 e novembro 2006. O Mini-plus - entrevista neuropsiquiátrica internacional foi usado para estabelecer diagnósticos psiquiátricos nos pacientes. RESULTADOS: Foram avaliados 400 pacientes com idade média de 45,6±11,37 anos; 82,8% eram mulheres, homens 17,3%; 48,5% eram casados; 55,1% católicos; e 40,5% concluíram o segundo grau, 29,9% relataram dor intensa e 70,8% relataram sentir dor diariamente. O diagnóstico médico o mais freqüente foi hérnia de disco (24,5%, e 48,5% dos pacientes submeteu-se ao tratamento na clínica da dor por menos de 3 meses. Comorbidades encontradas foram episódios depressivos (42%, distimia (54%, fobia social (36,5%, agorafobia (8,5% e transtorno de pânico (7,3%. CONCLUSÃO: Comorbidades psiquiátricas s

  10. Testes sanguíneos de biomarcadores para diagnóstico e tratamento de desordens mentais: foco em esquizofrenia Biomarker blood tests for diagnosis and management of mental disorders: focus on schizophrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabine Bahn

    2012-01-01

    Full Text Available A descoberta e a aplicação clínica de biomarcadores para desordens mentais são confrontadas com muitos desafios. Em geral, os atuais métodos de descoberta e validação de biomarcadores não produziram os resultados que foram inicialmente aguardados depois da finalização do Projeto Genoma Humano. Isso se deve principalmente à falta de processos padronizados conectando a descoberta de marcadores com tecnologias para a validação e a tradução para uma plataforma que ofereça precisão e fácil uso em clínica. Como consequência, a maior parte dos psiquiatras e praticantes em geral são relutantes em aceitar que testes de biomarcadores pode suplementar ou substituir os métodos de diagnóstico utilizados baseados em entrevista. Apesar disso, agências regulatórias concordam agora que melhoras nos correntes métodos são essenciais. Além disso, essas agências estipularam que biomarcadores são importantes para o desenvolvimento de futuras drogas e iniciaram esforços no sentido de modernizar métodos e técnicas para suportar esses esforços. Aqui revisamos os desafios encontrados por essa tentativa do ponto de vista de psiquiatras, praticantes em geral, agências reguladoras e cientistas de biomarcadores. Também descrevemos o desenvolvimento de um novo teste sanguíneo molecular para esquizofrenia como um primeiro passo a esse objetivo.The discovery and clinical application of biomarkers for mental disorders is faced with many challenges. In general, the current methods for discovery and validation of biomarkers have not produced the results which were first anticipated after completion of the human genome project. This is mostly due to the lack of a standardized pipeline connecting marker discovery with technologies for validation and translation to a platform that offers accuracy and ease of use in a clinical setting. As a consequence, most psychiatrists and general practitioners are still reluctant to accept that biomarker tests

  11. Ideas de Negocios y Modelos Mentales: un estudio exploratorio cuantitativoIdeias de Negócios e Modelos Mentais: um estudo exploratório quantitativoBusiness Ideas and Mental Models: an exploratory qualitative study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CAMPOS, Héctor Montiel

    2009-09-01

    Full Text Available RESUMENEn el proceso empresarial, la etapa que corresponde a la generación de ideas de negocio es importante, sin embargo, no se tiene el suficiente conocimiento de ella. En consecuencia, el objetivo de esta comunicación es el de explorar cómo la estructura de conocimiento que tienen las personas, influye en la concepción de ideas de negocio. Dado el objetivo que se persigue, la perspectiva teórica del estudio viene desde los modelos mentales, que a través de un estudio cuantitativo, ayuda a identificar cómo se relacionan algunas variables y de qué forma influyen al generar una idea de negocio. Los resultados indican que no hay una variable que influya considerablemente para formar una idea de negocio, al menos en la muestra del estudio. La variable que muestra un comportamiento interesante, porque se relaciona con otras variables independientes, es la de recompensa e incentivos. No obstante, conviene que en futuros estudios, se analice en mayor profundidad esta variable al convertirla en la nueva variable de estudio.RESUMONo processo empresarial, é importante a etapa correspondente à geração de ideias de negócios, porém, não se tem conhecimento suficiente sobre ela. Consequentemente, esta comunicação tem por objetivo analisar de que forma a estrutura do conhecimento das pessoas influi na concepção de ideias de negócios. Em razão do objetivo que se persegue, a perspectiva teórica do estudo provem dos modelos mentais, que através de um estudo quantitativo, ajuda a identificar a forma como algumas variáveis se relacionam e qual a sua influência na geração de ideias de negócios. Os resultados indicam que não existe uma variável capaz de ter influencia significativa na formação de ideias de negócios, pelo menos na amostra do estudio. A variável que mostra um comportamento interessante é a de recompensa e incentivos, porque se relaciona com outras variáveis independentes. Porém, é aconselhável que em estudos

  12. Testes sanguíneos de biomarcadores para diagnóstico e tratamento de desordens mentais: foco em esquizofrenia Biomarker blood tests for diagnosis and management of mental disorders: focus on schizophrenia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabine Bahn

    2013-01-01

    Full Text Available A descoberta e a aplicação clínica de biomarcadores para desordens mentais são confrontadas com muitos desafios. Em geral, os atuais métodos de descoberta e validação de biomarcadores não produziram os resultados que foram inicialmente aguardados depois da finalização do Projeto Genoma Humano. Isso se deve principalmente à falta de processos padronizados conectando a descoberta de marcadores com tecnologias para a validação e a tradução para uma plataforma que ofereça precisão e fácil uso em clínica. Como consequência, a maior parte dos psiquiatras e praticantes em geral são relutantes em aceitar que testes de biomarcadores pode suplementar ou substituir os métodos de diagnóstico utilizados baseados em entrevista. Apesar disso, agências regulatórias concordam agora que melhoras nos correntes métodos são essenciais. Além disso, essas agências estipularam que biomarcadores são importantes para o desenvolvimento de futuras drogas e iniciaram esforços no sentido de modernizar métodos e técnicas para suportar esses esforços. Aqui revisamos os desafios encontrados por essa tentativa do ponto de vista de psiquiatras, praticantes em geral, agências reguladoras e cientistas de biomarcadores. Também descrevemos o desenvolvimento de um novo teste sanguíneo molecular para esquizofrenia como um primeiro passo a esse objetivo.The discovery and clinical application of biomarkers for mental disorders is faced with many challenges. In general, the current methods for discovery and validation of biomarkers have not produced the results which were first anticipated after completion of the human genome project. This is mostly due to the lack of a standardized pipeline connecting marker discovery with technologies for validation and translation to a platform that offers accuracy and ease of use in a clinical setting. As a consequence, most psychiatrists and general practitioners are still reluctant to accept that biomarker tests

  13. Tratamento do transtorno de ansiedade social em crianças e adolescentes Treatment of social anxiety disorder in children and adolescents

    OpenAIRE

    Luciano Isolan; Gabriel Pheula; Gisele Gus Manfro

    2007-01-01

    CONTEXTO: Transtorno de ansiedade social é um transtorno incapacitante e altamente prevalente em crianças e adolescentes ao longo da vida, de acordo com os critérios do DSM-IV, variando de 0,7% a 3,5%. Se não tratado, pode interferir no funcionamento emocional, social e escolar. OBJETIVOS: Avaliar a evidência atual para a eficácia e efetividade de intervenções farmacológicas e psicoterápicas no tratamento do transtorno de ansiedade social na infância e na adolescência. MÉTODOS: Pesquisas fora...

  14. Transtorno obsessivo compulsivo em crianças e adolescentes: revisão de literatura e abordagem odontológica

    OpenAIRE

    Marinho, Erika von Söhsten; Junior, Esio de Carvalho Coelho; Alves, Klécio de Andrade; Ximenes, Rosana Christine Cavalcanti; Barreira, Alice Kelly; Couto, Geraldo Bosco Lindoso

    2016-01-01

    O transtorno obsessivo compulsivo (TOC) é um transtorno psiquiátrico crônico que atinge de 1 a 2% da população de crianças e adolescentes, necessitando de uma abordagem adequada durante o atendimentoodontológico devido ao aumento da ansiedade, às medicações utilizadas no tratamento do transtorno e, possivelmente, devido a comportamentos compulsivos. O objetivo deste trabalho foi fazer um levantamentobibliográfico a respeito das principais características do TOC na infância e adolescência e tr...

  15. Barreiras e facilitadores percebidos por pessoas com transtorno bipolar para a prática de exercício físico

    OpenAIRE

    Caroline Silveira Pereira

    2016-01-01

    O transtorno bipolar é um transtorno grave, geralmente associado a elevadas taxas de inatividade física e comorbidades clínicas relacionadas a essa condição. Os benefícios da prática regular de exercício físico para pessoas com transtorno bipolar são bem documentados. Tal prática é capaz de prevenir e auxiliar no tratamento dessas comorbidades, além afetar desfechos críticos para tais pacientes, como a adesão ao tratamento, funcionamento e qualidade de vida. Contudo, apesar dessas evidências,...

  16. Glutamate modulators as novel interventions for mood disorders Moduladores de glutamato como novas intervenções em transtornos do humor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sanjay J Mathew

    2005-09-01

    Full Text Available Recent evidence suggests that critical molecules in neurotrophic signaling cascades are long-term targets for currently available monoaminergic antidepressants. As chronic and severe mood disorders are characterized by impairments in neuronal resilience, pharmacological strategies that subserve a neuroprotective function might alter disorder pathophysiology and modify disease progression. Several promising approaches involve modulation of the glutamate neurotransmitter system, via post-synaptic receptor blockade or potentiation and presynaptic vesicular release inhibition. A focused review of the extant scientific literature was conducted, with a discussion of 3 compounds or classes of drugs currently undergoing clinical investigation: ketamine, riluzole, and AMPA receptor potentiators. Recent investigations in mood disordered patients suggest that the NMDA receptor antagonist ketamine might demonstrate rapid antidepressant properties. Riluzole has been shown to reverse glutamate-mediated impairments in neuronal plasticity and to stimulate the synthesis of brain derived neurotrophic factor. Open-label trials in treatment-resistant depression have yielded promising results. Likewise, AMPA receptor potentiators favorably impact neurotrophic factors as well as enhance cognition. CONCLUSIONS: Pharmacological approaches that modulate components of the glutamate system offer novel targets for severe, recurrent mood disorders. Controlled studies are necessary.Recentes evidências sugerem que as moléculas críticas nas cascatas de sinalização neurotrófica são alvos de longo prazo dos antidepressivos monoaminérgicos disponíveis atualmente. Na medida em que transtornos graves e crônicos são caracterizados por deficiências na resiliência neuronal, estratégias farmacológicas que sejam úteis para uma função neuroprotetora talvez possam alterar a fisiopatologia e modificar a progressão da doença. Vários enfoques promissores envolvem a

  17. Relações entre abuso sexual na infância, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e prejuízos cognitivos Relaciones entre abuso sexual en la infancia, trastorno de estrés post-traumático (TEPT) y perjuicios cognitivos Relationships between sexual abuse in childhood, post-traumatic stress disorder (PTSD) and cognitive impairments

    OpenAIRE

    Jeane Lessinger Borges; Débora Dalbosco Dell'Aglio

    2008-01-01

    Este estudo teórico aponta as relações entre abuso sexual infantil, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) e prejuízos cognitivos. A perspectiva cognitiva dos efeitos do abuso sexual e do TEPT foi adotada nesta revisão. O abuso sexual contra crianças pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento infantil, devido às severas seqüelas cognitivas, emocionais e comportamentais relacionadas à sua ocorrência, podendo seu impacto envolver efeitos a curto e longo prazos e estende...

  18. Diagnóstico e tratamento de transtorno bipolar e TDAH na infância: desafios na prática clínica Diagnosis and treatment of bipolar disorder and ADHD on childhood: challenges in the clinical practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César de Moraes

    2007-01-01

    Full Text Available O transtorno de humor bipolar (THB e o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH são enfermidades graves, de evolução crônica e que geram forte impacto social, familiar e educacional. Por compartilharem sintomas comuns e freqüentemente se apresentarem em comorbidade, o seu diagnóstico diferencial torna-se difícil, porém imprescindível, visto que medicamentos utilizados no tratamento do TDAH podem agravar a bipolaridade em crianças não tratadas. São encontradas taxas que variam de 49% a 87% de diagnóstico de TDAH em crianças e adolescentes com THB. Crianças com ambos os transtornos têm um curso geralmente mais grave. São indivíduos com taxas maiores de sintomas psicóticos, depressão, problemas escolares, hospitalização, ansiedade e comportamentos disruptivos. A criança com transtorno de humor bipolar TDAH deve iniciar o tratamento com estabilizadores de humor, visto que o impacto dos sintomas maníacos é maior do que o dos sintomas de TDAH. Se os sintomas de desatenção, impulsividade e hiperatividade persistem após a estabilização do humor, pode-se preconizar o tratamento para o TDAH com o uso de psicoestimulantes.Bipolar mood disorder (BD and attention deficit hyperactivity disorder (ADHD are serious maladies with chronic course, with strong social, familial and educational impact. Since both of them may present similar symptomatology and may also occur as comorbidity, the differential diagnosis can be considered difficult. However the medication used for the treatment of ADHD can aggravate BD in children who are not treated. Rates raging from 49% to 87% ADHD are described in children and adolescents with BD. Children who present both disorders have a more serious course and present higher rates of psychotic symptoms, depression, learning problems, hospitalization, anxiety and disruptive behavior. Children with BD and ADHD should start treatment with mood stabilizers, whereas the impact of the maniac

  19. The use of a manual-driven group cognitive behavior therapy in a Brazilian sample of obese individuals with binge-eating disorder Utilização de terapia cognitivo-comportamental em grupo baseada em manual em uma amostra brasileira de indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Duchesne

    2007-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the effectiveness of a manual-based cognitive behavior therapy adapted to a group format in a sample of Brazilian obese subjects with binge-eating disorder. METHOD: In an open trial, 21 obese subjects with binge-eating disorder received a group cognitive-behavioral therapy program. Changes in binge-eating frequency, weight, body shape concerns, and depressive symptoms were compared between baseline and the end of the study. RESULTS: The mean frequency of binge-eating episodes significantly decreased from baseline to post-treatment (p OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o formato de grupo em uma amostra brasileira de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODO: Em um estudo aberto, 21 pacientes obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica participaram de um programa da terapia cognitivo-comportamental em grupo. A freqüência da compulsão alimentar, o peso corporal, o grau de satisfação com a forma corporal e os sintomas depressivos foram avaliados no início do tratamento e no final do estudo. RESULTADOS: Houve uma redução estatisticamente significativa da freqüência média de episódios de compulsão alimentar entre a linha de base e o final do tratamento (p < 0,001, com uma taxa de remissão de episódios no final do estudo de 76,1%. Foi observada, também, uma redução significativa dos sintomas depressivos e da insatisfação com a forma corporal (p < 0,001. Adicionalmente, a perda de peso foi clínica e estatisticamente significativa. CONCLUSÃO: A utilização de terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o transtorno da compulsão alimentar periódica resultou em melhora significativa da compulsão alimentar, do peso corporal, da preocupação com a forma corporal e dos sintomas depressivos associados ao transtorno da compulsão alimentar periódica nessa amostra.

  20. Oficinas de estimulação cognitiva adaptadas para idosos analfabetos com transtorno cognitivo leve

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Borges dos Santos

    2012-12-01

    Full Text Available Oficinas de estimulação cognitiva para idosos analfabetos com transtorno cognitivo leve é um tema pouco pesquisado. Objetivou-se verificar a autopercepção da memória em idosos analfabetos com transtorno cognitivo leve, antes e após oficinas de estimulação cognitiva, adaptadas para analfabetos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada na Unidade de Saúde de Taguatinga-DF, envolvendo 63 idosos: 22 no Grupo Experimental (GE, com 10 oficinas; 21 no Grupo Controle 1 (GC1, com 10 palestras; e 20 no Grupo Controle 2 (GC2, sem intervenção. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas antes e após intervenções, perguntando-se sobre memória. Aos GE e GC1 foram oferecidas atividades semanais de duas horas. A idade média foi 72,8 anos, 92% do sexo feminino. Na pré-intervenção, 82% haviam piorado memória no último ano. Na pós-intervenção, GC1 e GC2 mantiveram alterações da memória, enquanto GE melhorou cognição. Conclui-se que as oficinas e palestras proporcionaram melhora na funcionalidade e socialização/integração.

  1. Imagem corporal e transtornos alimentares em atletas adolescentes: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre os temas "Imagem corporal" e "Transtornos alimentares na população de atletas adolescentes". Foram realizadas buscas eletrônicas nas seguintes bases de dados: "Web of Science", "SciELO", "Scopus", "Pubmed", "Medline", e "Lilacs". Como descritores, utilizaram-se os termos "body image" e "eating disorders", indexados no sistema de Descritores em Ciência da Saúde (DeCs/MeSH, e também os termos associados "body dissatisfaction", "athletes", "adolescence" e "teenager". O período compreendido pelas buscas foi de 2002 a 2012. Os resultados evidenciaram a existência de centenas de investigações sobre os temas na população adolescente, mas foram escolhidas somente as pesquisas no contexto esportivo. Os achados demonstraram algumas controvérsias. De qualquer forma, acredita-se que exista associação entre imagem corporal e transtornos alimentares em atletas, porém é necessário desenvolver pesquisas neste campo para responder a tais dúvidas, por isso são incentivadas pesquisas com estas variáveis.

  2. Estabilidade do comportamento anti-social na transição da infância para a adolescência: uma perspectiva desenvolvimentista Stability of antisocial behavior on the infancy-adolescence transition: a developmental perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Pacheco

    2005-04-01

    Full Text Available O termo anti-social tem sido amplamente utilizado na literatura científica para descrição de problemas de comportamento não específicos, como comportamentos delinqüentes, agressividade e oposicionismo. O objetivo desse estudo é descrever e discutir o conceito de comportamento anti-social, como um indicador de transtornos mentais específicos e de algumas categorias de problemas comportamentais. Para isso, examinamos a relação entre o comportamento anti-social e o Transtorno Desafiador Opositivo, o Transtorno da Conduta, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade e o Transtorno de Personalidade Anti-social. Além disso, discute-se também os fatores que contribuem para a estabilidade desse comportamento na transição da infância para a adolescência e os prejuízos decorrentes ao longo do desenvolvimento. Propõe-se a ampliação das discussões conceituais acerca dos transtornos mentais, utilizando-se categorias mais amplas, como a de comportamento anti-social.The term antisocial is widely used in the literature to describe non-specific behavior problems such as delinquent behavior, aggressiveness, and oppositionist behavior. The aim of the present study was to describe and to discuss the concept of antisocial behavior as an indicator of specific mental disorders such as Attention-deficit and Hyperactivity Disorder, Conduct Disorder, Oppositional Defiant Disorder, and Antisocial Personality Disorder. Also, we discuss the factors that contribute to the stability of such behaviors in the transition from childhood to adolescence and the losses incurred throughout development. A recommendation is made to broaden conceptual discussions about mental disorders using wider categories such as antisocial behavior.

  3. Generalized anxiety disorder and the Hamilton Anxiety Rating Scale in Parkinson's disease Transtorno de ansiedade generalizada e a Escala de Ansiedade de Hamilton na doença de Parkinson

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Kummer

    2010-08-01

    Full Text Available Anxiety is common in Parkinson's disease (PD, but studies concerning specific anxiety disorders are scarce. Essential psychometric properties of anxiety rating scales are also lacking. OBJECTIVE: To investigate general anxiety disorder (GAD in PD and psychometric properties of the Hamilton Anxiety Rating Scale (Ham-A. METHOD: Ninety-one PD patients underwent neurological and psychiatric examination, which included the MINI-Plus, the Ham-A and the Hamilton Depression Rating Scale (Ham-D. RESULTS: GAD was present in 30.8% of PD patients. Patients with GAD had longer disease duration (p=0.044 and were in use of higher doses of levodopa (p=0.034. They also tended to have more motor fluctuations and dyskinesias. The group with GAD scored higher in Ham-A (pAnsiedade é comum na doença de Parkinson (DP, mas estudos sobre transtornos de ansiedade específicos são ainda escassos. Faltam também estudos sobre propriedades psicométricas essenciais das escalas de ansiedade. OBJETIVO: Investigar o transtorno de ansiedade generalizada (TAG na DP e propriedades psicométricas da Escala de Ansiedade de Hamilton (Ham-A. MÉTODO: Noventa e um pacientes com DP se submeteram a exames neurológico e psiquiátrico, que incluiu o MINI-Plus, a Ham-A e a Escala de Depressão de Hamilton (Ham-D. RESULTADOS: TAG esteve presente em 30,8% dos participantes. Pacientes com TAG tinham maior duração de doença (p=0,044 e estavam em uso de maiores doses de levodopa (p=0,034. Também havia uma tendência desses pacientes terem mais flutuações motoras e discinesias. O grupo com TAG pontuou mais alto na Ham-A (p<0,001, nas subescalas somática (p<0,001 e psíquica da Ham-A (p<0,001, e na Ham-D (p=0,004. A Ham-A mostrou boa consistência interna (alfa de Cronbach=0,893 e um ponto de corte de 10/11 é sugerido para triar o TAG. CONCLUSÃO: TAG é freqüente na DP e a Ham-A pode ser um instrumento útil para triar esse transtorno.

  4. A abordagem evolucionista do transtorno de personalidade anti-social El enfoque evolucionista del Trastorno de Personalidad Anti-Social (TPAS The evolutionary approach to the Antisocial Personality Disorder (ASPD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio José Lemos Vasconcellos

    2004-04-01

    Full Text Available O principal objetivo do presente artigo é discutir a abordagem evolucionista do Transtorno de Personalidade Anti-Social (TPAS. São abordados os principais argumentos desenvolvidos no âmbito da Psicologia Evolucionista que tentam evidenciar o caráter adaptativo deste transtorno num ambiente primitivo de interação social. Ao longo do artigo, são enfocados os principais pressupostos vinculados ao paradigma evolucionista e suas implicações na compreensão filogenética de um dos transtornos que mais amplamente demanda análises e investigação na esfera da Psiquiatria. São também discutidas algumas adequações e inadequações do citado modelo e seu valor explanatório para a compreensão da atual prevalência do TPAS.El objetivo principal de este articulo es discutir el enfoque evolucionista del Trastorno de Personalidad Anti-Social (TPAS. Se analizan los principales argumentos desarrollados por la Sicología Evolucionista que tratan de dejar en evidencia el carácter adaptativo de este trastorno bajo un ambiente primitivo de interacción social. A lo largo del artículo se enfocan las principales suposiciones relacionadas con el paradigma evolucionista y sus vínculos con la comprensión filogenética de uno de los trastornos que más demanda análisis en el ámbito de la Psiquiatria. También se discuten algunas adecuaciones e inadecuaciones del modelo evolucionista y su valor explanatorio para entender la actual prevalencia de TPAS.The main purpose of this article is to discuss the evolutionary approach to the Antisocial Personality Disorder (ASPD. The main arguments developed in Evolutionary Psychology are discussed, which tend to show the adaptive character of this disorder in a primitive environment of social interaction. Throughout the article, the main assumptions connected to the evolutionary paradigm are focused on, and their implications in the philogenetic understanding of one of the disorders that has required the broadest

  5. Transtornos alimentares comórbidos em uma amostra clínica de adultos com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade Comorbid eating disorders in a Brazilian Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder adult clinical sample

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Mattos

    2004-12-01

    Full Text Available A comorbidade de transtornos alimentares (TA com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH é pouco investigada, apesar de relevante para o tratamento clínico. MÉTODOS: 86 adultos com transtorno do déficit de atenção com hipeartividade segundo o DSM-IV de uma amostra inicial de 107 indivíduos auto-referidos para um centro especializado em TDAH foram entrevistados com o SCID-P para avaliar a presença de transtornos alimentares e outros transtornos comórbidos. RESULTADOS: Nove pacientes apresentavam transtornos alimentares, sendo o transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP o diagnóstico mais comum. O grupo com transtornos alimentares revelou maior número de comorbidades (p=0,02, não foram observadas, entretanto, diferenças quanto ao sexo, idade na avaliação atual, escolaridade e tipo de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade entre os grupos. CONCLUSÃO: Amostras clínicas de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade podem apresentar elevada prevalência de comorbidade com transtorno da compulsão alimentar periódica. Pacientes com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade e transtornos alimentares podem apresentar um perfil diferente de comorbidades.Although comorbidity between attention-deficit/hyperactivity disorder (ADHD and eating disorders (ED is relevant for clinical treatment, it is seldom investigated. METHODS: 86 DSM-IV attention deficity hyperactivity disorder patients out of 107 self-referred adults in a specialized center for attention deficity hyperactivity disorder were interviewed using SCID-R to evaluate the lifetime prevalence of ED and other comorbid conditions. RESULTS: Nine attention deficity hyperactivity disorder patients had comorbid eating disorders; binge eating disorder (BED was the most common diagnosis. The group with eating disorders presented a higher prevalence of other comorbid disorders (p=0.02. No significant differences were

  6. The influence of the comorbidity between depression and alcohol use disorder on suicidal behaviors in the São Paulo Epidemiologic Catchment Area Study, Brazil Influência da comorbidade entre depressão e transtornos por uso de álcool nos comportamentos suicidas no Estudo de Área de Captação de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Mendonça Coêlho

    2010-12-01

    comportamentos relacionados ao suicídio ("pensamentos de morte", "desejo de morte", "pensamentos suicidas", e "tentativas de suicídio" e a comorbidade entre transtornos depressivos (episódio depressivo maior ou distimia e transtornos por uso de álcool ou substâncias. MÉTODO: 1.464 sujeitos foram entrevistados em seus domicílios com o CIDI para gerar diagnósticos DSM-III-R. Estatística descritiva demonstrou a prevalência de cognições e comportamentos relacionados ao suicídio pelas variáveis sociodemográficas e diagnósticos considerados (episódio depressivo maior, distimia, transtornos por uso de álcool ou substâncias. Realizamos também análises de regressão logística multivariada para estimar o efeito da comorbidade entre episódio depressivo maior/distimia e transtornos por uso de álcool ou substâncias em cognições e comportamentos relacionados ao suicídio. RESULTADOS: A presença de episódio depressivo maior e distimia foi significativamente associada a cognições e comportamentos relacionados ao suicídio. Em modelos de regressão multivariada, os preditores de cognições e comportamentos relacionados ao suicídio foram episódio depressivo maior (OR range = 2,3-9,2 e distimia (OR range = 5,1-32,6 mesmo na presença de transtornos por uso de álcool (OR range = 2,3-4,0 ou transtornos por uso de substâncias (OR range = 2,7-2,8. O efeito de interação foi observado entre episódio depressivo maior e transtornos por uso de álcool, bem como entre gênero e distimia. Transtornos por uso de álcool foi excluído da maioria dos modelos. CONCLUSÃO: A presença de episódio depressivo maior e distimia influencia os CCS, independentemente da presença de transtornos por uso de álcool ou substâncias. Contudo, transtornos por uso de álcool e gênero interagem com os transtornos depressivos, demonstrando um efeito diferencial em cognições e comportamentos relacionados ao suicídio.

  7. Prevalence of eating disorders and psychiatric comorbidity in a clinical sample of type 2 diabetes mellitus patients Prevalência de transtornos alimentares e comorbidade psiquiátrica em uma amostra clínica de pacientes com diabetes mellitus do tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Papelbaum

    2005-06-01

    regular em um serviço de diabetes, foram seqüencialmente avaliados. Para avaliação da morbidade psiquiátrica foi utilizado o Structured Clinical Interview for DSM-IV, além da Escala de Compulsão Alimentar Periódica e o Inventário Beck de Depressão. Além da análise descritiva dos dados, foi realizada uma avaliação comparativa da amostra dividida em grupos, com base na presença de obesidade (avaliada através do índice de massa corporal e de transtornos do comportamento alimentar. RESULTADOS: Foi encontrada uma prevalência geral de 20% de transtornos alimentares, sendo o transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP o de maior ocorrência na nossa amostra (10%. O grupo de obesos com diabetes mellitus do tipo 2 não apresentou aumento de comorbidade psiquiátrica quando comparado com os pacientes diabéticos não-obesos. Entretanto, quando comparamos o grupo de pacientes com alterações do comportamento alimentar com aqueles sem transtornos alimentares, a presença de um transtorno alimentar esteve associada a um aumento na freqüência de transtornos de ansiedade (57,1% vs. 28,6%; p = 0,044. CONCLUSÕES: Em nosso estudo, a ocorrência de transtornos alimentares esteve aumentada em relação às taxas observadas na população geral, com o predomínio do transtorno da compulsão alimentar periódica. A presença de um transtorno alimentar em pacientes com diabetes mellitus do tipo 2 esteve associada a uma maior ocorrência de transtornos de ansiedade.

  8. O tratamento farmacológico do transtorno bipolar na infância e adolescência Pharmacological treatment of Juvenile Bipolar Disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Augusto Rohde

    2005-01-01

    Full Text Available O reconhecimento do transtorno do humor bipolar (THB em crianças e adolescentes tem aumentado significativamente nos últimos anos. O THB, nessa faixa etária, parece freqüentemente se apresentar de forma atípica, assim, humor irritável com "tempestades afetivas" são mais freqüentes do que euforia, o curso da doença é mais crônico do que episódico e sintomas mistos com depressão e mania concomitantes são comuns. Alta prevalência de comorbidades, em especial com transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, parece ser a regra. Apesar do efeito devastador do THB no desenvolvimento infantil, poucos estudos têm investigado intervenções farmacológicas nesses pacientes. Essa revisão tem como objetivo apresentar uma discussão crítica dos achados provenientes de estudos recentes nessa nova área de pesquisa, a psicofarmacologia do THB em crianças e adolescentes. Para realizar essa tarefa, uma revisão computadorizada e sistemática da literatura foi realizada por meio do PUBMED. Os dados sobre tratamento psicofarmacológico do THB em crianças e adolescentes são apresentados em três seções: 1 a força da evidência científica na área; 2 descrição crítica dos estudos principais; 3 proposição de um algoritmo de decisão. Apenas um estudo randomizado duplo-cego e controlado por placebo foi encontrado. A quase totalidade dos estudos é composta de ensaios prospectivos abertos, séries de casos e análises retrospectivas de prontuários. Os fármacos mais estudados são o lítio e o valproato de sódio. Essa revisão indica uma escassa disponibilidade de evidência científica de qualidade para guiar o clínico na decisão do tratamento farmacológico a ser indicado para o THB em crianças e adolescentes.Juvenile Bipolar Disorder (JBD has been recognized more frequently in the last years. The disorder might have an atypical presentation in this age range. Thus, irritability with "affective storms" are more frequent than

  9. Atualização sobre o tratamento neurocirúrgico do transtorno obsessivo-compulsivo Update on neurosurgical treatment for obsessive compulsive disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Lopes

    2004-03-01

    Full Text Available O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC responde aos tratamentos habituais (fármacos e psicoterapia em cerca de 60 a 80% dos casos. Existe, assim, uma parcela de pacientes resistente aos tratamentos usuais, mesmo que adequadamente conduzidos, com grave prejuízo psicossocial. Nestas situações, a neurocirurgia pode ser indicada. Existem cinco técnicas cirúrgicas disponíveis, com as seguintes taxas de melhora global pós-operatória: capsulotomia anterior (38 a 100%; cingulotomia anterior (27 a 57%; tractotomia subcaudado (33 a 67%; leucotomia límbica (61 a 69% e talamotomia central lateral com palidotomia anteromedial (62,5%. A capsulotomia anterior pode ser realizada através de diferentes técnicas: neurocirurgia padrão, radiocirurgia ou estimulação cerebral profunda. Na neurocirurgia padrão, circuitos neurais são interrompidos por radiofreqüência via trepanação no crânio. Na radiocirurgia, uma lesão actínica é induzida sem a necessidade de abertura do crânio. A estimulação cerebral profunda consiste na implantação de eletrodos ativados a partir de estimuladores. A literatura indica taxas relativamente baixas de eventos adversos e complicações, sendo raramente descritas alterações neuropsicológicas e de personalidade. Cumpre ressaltar, no entanto, a falta de ensaios clínicos randomizados que comprovem a eficácia e investiguem os eventos adversos ou complicações dos procedimentos cirúrgicos acima mencionados. Concluindo, há um recente aprimoramento das neurocirurgias dos transtornos psiquiátricos graves no sentido de torná-las cada vez mais eficazes e seguras. Estas cirurgias, quando adequadamente indicadas, podem trazer alívio substancial ao sofrimento de pacientes com TOC grave.Responses to pharmacotherapy and psychotherapy in obsessive-compulsive disorder (OCD range from 60 to 80% of cases. However, a subset of OCD patients do not respond to adequately conducted treatment trials, leading to severe

  10. Rastreamento de sinais e sintomas de transtornos do espectro do autismo em irmãos Screening for signs and symptoms of autism spectrum disorders in siblings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Pontrelli Mecca

    2011-01-01

    Full Text Available Os transtornos globais do desenvolvimento (TGD são caracterizados por anormalidades qualitativas e abrangentes em três domínios do desenvolvimento: interação social recíproca, comunicação e presença de um repertório comportamental de interesses restritos, repetitivo e estereotipado. Estudos genéticos têm identificado a recorrência de TGD numa mesma família. O presente estudo teve por objetivo rastrear a ocorrência de sinais e sintomas de TGD em irmãos de indivíduos com esse diagnóstico. Participaram do estudo 25 sujeitos provenientes de 19 famílias. A coleta de dados foi realizada mediante a utilização da versão brasileira do Autism Screening Questionnaire (ASQ, ou Questionário de Comportamento e Comunicação Social. Foram confirmados dois casos de irmãos com TGD (10,52% dos casos, sendo um irmão gêmeo monozigótico e um irmão de um probando com diagnóstico de síndrome de Asperger. Os dados apontam para taxas mais elevadas do que aquelas descritas na literatura (2-6% e se aproximam dos achados que relatam 10% de recorrência familiar em gêmeos dizigóticos. Esse resultado fornece evidências de possíveis fatores neurogenéticos para explicar a ocorrência de TGD nos familiares dos probandos estudados e salienta a necessidade de efetuar o rastreamento desse transtorno não só na criança avaliada, mas também em seus irmãos.Pervasive developmental disorders (PDD are characterized by comprehensive and qualitative abnormalities affecting three areas of development: reciprocal social interaction, communication, and a repetitive, stereotyped behavioral repertoire, of limited interests. Genetic studies have identified the recurrence of PDD in the same family. The present study aimed to trace the occurrence of signs and symptoms of PDD in the siblings of patients with this diagnosis. The study included 25 subjects from 19 families. Data collection was performed using the Brazilian version of the Autism Screening

  11. Transtornos invasivos do desenvolvimento não-autísticos: síndrome de Rett, transtorno desintegrativo da infância e transtornos invasivos do desenvolvimento sem outra especificação Non-autistic pervasive developmental disorders: Rett syndrome, disintegrative disorder and pervasive developmental disorder not otherwise specified

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos T Mercadante

    2006-05-01

    Full Text Available A categoria "transtorno invasivos do desenvolvimento" inclui o autismo, a síndrome de Asperger, a síndrome de Rett, o transtorno desintegrativo da infância e uma categoria residual denominada transtornos invasivos do desenvolvimento sem outra especificação. Nesta revisão, a síndrome de Rett e o transtorno desintegrativo da infância, que são categorias bem definidas, serão discutidas, assim como as categorias não tão bem definidas que foram incluídas no grupo transtornos invasivos do desenvolvimento sem outra especificação. Diferentes propostas de categorização têm sido feitas, algumas baseadas em abordagem fenomenológica descritiva, outras baseadas em outras perspectivas teóricas, tais como a neuropsicologia. As propostas atuais são apresentadas e discutidas, seguidas por avaliações críticas sobre as vantagens e desvantagens desses conceitos.The category "Pervasive Developmental Disorders" includes autistic disorder, Asperger's syndrome, Rett's syndrome, childhood disintegrative disorder, and a residual category, named pervasive developmental disorder not otherwise specified. In this review, Rett's syndrome and childhood disintegrative disorder, which are well-defined categories, will be discussed, as well as the not well defined categories that have been included in the Pervasive Developmental Disorder Not Otherwise Specified group. Different proposals of categorization have been created, some of which based on descriptive phenomenological approach, and others based upon other theoretical perspectives, such as neuropsychology. Current proposals are presented and discussed, followed by critical appraisals on the clinical advantages and disadvantages of these concepts.

  12. Psicofármacos para o tratamento de transtornos de ansiedade em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática Pharmacotherapy for the treatment of anxiety disorders in children and adolescents: a sistematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Renato Moreira Maia

    2007-03-01

    Full Text Available Os transtornos de ansiedade são muito prevalentes em crianças e adolescentes, causando sérios prejuízos quando não tratados. O tratamento farmacológico desses transtornos ainda é pouco pesquisado, não havendo consenso sobre sua indicação. O objetivo deste estudo é verificar a eficácia e a tolerabilidade dos psicofármacos indicados para esses transtornos em crianças e adolescentes, no contexto da medicina baseada em evidências. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura, consultando-se as principais bases de dados disponíveis e contatando-se os autores. Foram encontrados, ao todo, sete artigos de qualidade A e B, conforme critérios da Colaboração Cochrane. Os resultados foram satisfatórios para os inibidores da recaptação da serotonina, pouco significativos ou desfavoráveis para benzodiazepínicos e imipramina. Alguns estudos apresentam problemas metodológicos. Sugere-se melhoria no planejamento de futuros ensaios clínicos.Anxiety disorders are very prevalent in children and adolescents, causing serious impairments. The pharmacological treatment for these disorders is not much investigated in children and adolescents. Thus, there is no consensus about its indication. The present study aims to check the efficacy and tolerability of drugs used for the treatment of anxiety disorders in children and adolescents in the context of evidence based medicine. A systematic literature review was carried out in the main databases. In addition, authors were contacted. We found seven studies classified as A or B according to criteria established by the Cochrane Collaboration. Findings suggest efficacy for selective serotonin reuptake inhibitors, insignificant or unfavorable results for benzodiazepines and imipramine. Some studies present methodological problems. Methodological improvements are needed in futures clinical trials.

  13. The effectiveness of cognitive behavioral group therapy in treating bipolar disorder: a randomized controlled study A eficácia da terapia cognitivo-comportamental para o tratamento do transtorno bipolar: um estudo controlado e randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Thomaz da Costa

    2011-06-01

    comparar com a farmacoterapia sozinha. MÉTODO: Quarenta e um pacientes com transtorno bipolar I e II participaram do estudo e foram alocados aleatoriamente para um dos dois grupos; trinta e sete preencheram todas as escalas. Os sintomas de humor e ansiedade de todos os participantes foram avaliados. A análise estatística foi utilizada para investigar se os grupos diferiam com relação aos dados demográficos e entre os escores pré-, durante e pós-tratamento (intra/intergrupos. RESULTADOS: Os participantes dos dois grupos mostraram-se similares nas características demográficas. A adição da terapia cognitivo-comportamental em grupo ao tratamento farmacológico foi efetiva. O grupo da terapia cognitivo-comportamental em grupo apresentou menos sintomas de mania, depressão e ansiedade, bem como uma redução na frequência e duração dos episódios de humor. CONCLUSÃO: As sessões de terapia cognitivo-comportamental em grupo foram especialmente importantes na melhora dos sintomas depressivos.

  14. The effectiveness of cognitive behavioral group therapy in treating bipolar disorder: a randomized controlled study A eficácia da terapia cognitivo-comportamental para o tratamento do transtorno bipolar: um estudo controlado e randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Thomaz da Costa

    2011-01-01

    comparar com a farmacoterapia sozinha. MÉTODO: Quarenta e um pacientes com transtorno bipolar I e II participaram do estudo e foram alocados aleatoriamente para um dos dois grupos; trinta e sete preencheram todas as escalas. Os sintomas de humor e ansiedade de todos os participantes foram acessados. A análise estatística foi utilizada para investigar se os grupos diferiam com relação aos dados demográficos e entre os escores pré-, durante e pós-tratamento (intra/intergrupos. RESULTADOS: Os participantes dos dois grupos mostraram-se similares nas características demográficas. A adição da terapia cognitivo-comportamental em grupo ao tratamento farmacológico foi efetiva. O grupo da terapia cognitivo-comportamental em grupo apresentou menos sintomas de mania, depressão e ansiedade, bem como uma redução na frequência e duração dos episódios de humor. CONCLUSÃO: As sessões de terapia cognitivo-comportamental em grupo foram especialmente importantes na melhora dos sintomas depressivos.

  15. Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil no Brasil: distribuição geográfica e perfil dos usuários

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grey Yuliet Ceballos Garcia

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Poucos estudos brasileiros abordam a utilização de serviços de saúde mental para população infanto-juvenil. Neste trabalho, objetivou-se caracterizar a distribuição nacional dos Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenis (CAPSi e descrever o perfil nosológico dos atendimentos infantojuvenis entre 2008 e 2012. Realizou-se estudo ecológico, utilizando registros do sistema de Autorizações de Pagamento de Serviços de Alta Complexidade (APAC e do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES. Aspectos sociodemográficos e perfil nosológico foram analisados. Em 2014, 208 CAPSi es