WorldWideScience

Sample records for dor em pacientes

  1. Uma pesquisa quase experimental em enfermagem sobre dor em pacientes em coma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gunnar Glauco de Cunto Taets

    Full Text Available RESUMO Objetivo: verificar se pacientes em coma sentem dor durante a intervenção de enfermagem banho no leito. Método: 19 pacientes com 61 ± 17,39 anos de idade participaram do estudo. Realizou-se, pelo método ELISA, a análise quantitativa de substância P (SP na saliva coletada antes e durante o banho no leito. Utilizou-se o programa Graph Pad Prisma 6 para análise dos dados. A verificação da normalidade foi feita pelo teste de Shapiro Wilk que determinou a escolha do teste não paramétrico de Wilcoxon. Resultados: o estudo apresentou aumento estatístico significativo (∆= 5.62%, p<0,001 no nível de SP dos pacientes estudados durante a intervenção de enfermagem. Conclusão: conclui-se que quando cuidamos de pacientes em coma, durante o banho no leito, provocamos ou acrescentamos estímulos dolorosos, logo, eles sentem dor.

  2. Prevalência de sintomas depressivos e ansiosos em pacientes com dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Cardoso Pinheiro

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivos O presente estudo objetivou avaliar a prevalência de sintomas ansiosos e depressivos e relacioná-los com os diferentes tipos e magnitudes de dor crônica; também objetivou caracterizar a população de casos novos agendados para atendimento no ambulatório de dor crônica, no serviço onde o estudo foi realizado. Métodos Estudo de corte transversal, realizado em um ambulatório docente-assistencial para tratamento de dor crônica, realizado entre maio de 2012 e abril de 2013, com 125 pacientes. Instrumentos utilizados Questionário sociodemográfico, Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD e Escala Visual Numérica (EVN para aferir a intensidade de dor. Resultados Dor intensa foi referida por 64% (n = 80 dos pacientes. Ansiedade atingiu 65% (N = 82 dos pacientes e a depressão, 48% (N = 60. Houve correlação significante entre os mais altos escores de ansiedade (p < 0,001 e depressão (p < 0,001 com a intensidade de dor. A correlação entre intensidade de dor e sintomas ansiosos e depressivos foi positiva para dor crônica neuropática e mista. Os fatores sociodemográficos associados à intensidade de dor crônica foram: renda e religião para depressão, e tempo de dor para ansiedade. Conclusão O estudo mostrou elevada prevalência de sintomas depressivos e ansiosos em pacientes com dor crônica, assim como relação significante desses sintomas psiquiátricos com alguns tipos e intensidade de dor.

  3. Dor em pacientes com prótese de quadril : diagnóstico de enfermagem

    OpenAIRE

    1998-01-01

    Trata-se de um estudo retrospectivo, descritivo, em que foram avaliadas as características definidoras de dor e dor crônica, propostas pela Taxonomia I da NANDA em 32 pacientes submetidos à Artroplastia Total de Quadril. As características definidoras presentes em maior percentual foram: habilidade alterada para continuar atividades prévias, mudança no padrão do sono e relato verbal ou evidência de dor experimentada por mais de seis meses. This article is a retrospective and descriptive st...

  4. Escala da dor: implantacao para pacientes em pos-operatorio imediato de cirurgia cardiaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Keller

    2013-06-01

    Full Text Available Estudo de intervenção em serviço desenvolvido em um hospital especializado em cardiologia de Porto Alegre, RS, com o objetivo de avaliar a implementação da escala de dor para pacientes de pós-operatório de cirurgia cardíaca. Foi desenvolvido em quatro etapas: pré-teste sobre dor, treinamento com aula expositiva para a equipe de enfermagem, reaplicação do pré-teste em 30 e 60 dias. O teste continha dez questões com peso um para cada questão. Escores ≥7 foram determinantes para considerar o conhecimento satisfatório para uso da escala de dor. A amostra foi constituída por 57 profissionais de enfermagem. Os escores variaram de 6,12 ± 1,65 no pré-teste para 7,73 ± 1,05 e 8,18 ± 0,99 após 30 e 60 dias, respectivamente (p<0,005. A intensidade da dor foi correlacionada à medicação padronizada pelo protocolo. O conhecimento da equipe melhorou após a capacitação, assim como o tipo de analgesia administrada em relação à intensidade da dor.

  5. Esquema de Desamparo em Paciente com Dor Crônica e Sintomas Depressivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisangela Ferreira Santana

    2015-12-01

    Full Text Available A fibromialgia caracteriza-se por dor generalizada e crônica, de modo geral, associada à incapacidade funcional e quadros depressivos. Por suas repercussões, esta síndrome dolorosa pode ativar e/ou potencializar esquemas de desamparo e desvalor, o que por sua vez pode contribuir para o surgimento de sintomas depressivos. Neste artigo, analisa-se o processo de manejo da dor por meio da identificação de crenças de incapacidade e da alteração de humor numa paciente com dor crônica e sintomas depressivos. Para tanto, são descritas as estratégias e técnicas utilizadas em seu processo terapêutico, realizado em 13 sessões, que teve como embasamento a terapia cognitiva. Além disto, apresenta-se a conceituação cognitiva referente ao esquema de desamparo da paciente. Embora Laura não tenha apresentado mudanças significativas na percepção álgica, os sintomas depressivos tiveram uma remissão importante, o que contribuiu para aquisição de comportamentos mais funcionais para manejo da dor, como solicitar ajuda e evitar o esforço físico.

  6. O efeito da hidroterapia na dor, qualidade de vida e funcionalidade em pacientes com fibromialgia

    OpenAIRE

    Rocha, Virgílio

    2016-01-01

    Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Fisioterapia Objetivo: Sistematizar a evidência científica existente sobre o papel do efeito da Hidroterapia na Dor, Qualidade de Vida e Funcionalidade em pacientes com Fibromialgia Métodos: Estudo de revisão incluindo estudos randomizados controlados, pesquisados nas bases de dados PubMed, EBSCO, PEDro e Web of Science, com doentes com fibromialgia, cujo tipo de...

  7. Dor neuropática em paciente com porfiria: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alysson B O Santos

    2010-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As porfirias são um grupo de distúrbios herdados ou adquiridos que envolvem enzimas participantes do processo de síntese do heme. As manifestações agudas afetam o sistema nervoso, resultando em dor abdominal, vômitos, neuropatia aguda, convulsões e distúrbios mentais. A fisiopatogenia resulta do efeito tóxico dos precursores de porfirina, podendo ser desencadeada por fármacos usados de rotina na prática médica, restrição intensa de carboidratos e estresse metabólico. O objetivo deste trabalho foi apresentar um caso de porfiria de diagnóstico tardio, evoluindo para dor crônica. RELATO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 27 anos, internada há 5 meses com dor abdominal intensa sem diagnóstico clínico. Foi indicada laparotomia exploradora, a qual não evidenciou causa para o quadro. A paciente, exposta a trauma cirúrgico e medicamentos que desencadeiam crise de porfiria, como cetoprofeno, metoclopramina e antibióticos, evoluiu com hiponatremia importante, elevação de enzimas hepáticas, convulsão e perda dos movimentos, sendo internada em Unidade de Terapia Intensiva. Após diagnóstico de porfiria, manteve dor em membros inferiores, sendo encaminhada para tratamento no Serviço de Dor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Iniciou tratamento com amitriptilina, gabapentina, opioide e analgésicos simples, mas continuou apresentando crises recorrentes da porfiria e, insegura quanto à condução do caso, abandonou o acompanhamento. CONCLUSÕES: A porfiria é um dos raros grupos de distúrbios enzimáticos que permanecem desconhecidos por grande parte dos profissionais de saúde. O paciente, ao perceber esse desconhecimento sobre a doença, tem seu nível de estresse e insegurança com o tratamento aumentado, dificultando a adesão e a continuidade ao mesmo.

  8. Manejo da dor de pacientes com aids: análise da estrutura gerencial em hospital de referência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Meneses Oliveira

    2013-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a estrutura gerencial para o manejo da dor em pacientes com aids em um hospital de referência de Fortaleza, CE, Brasil. Pesquisa descritiva com enfoque qualitativo, desenvolvida no ano de 2010. Foram realizadas 20 entrevistas com profissionais de saúde (médicos e enfermeiros, analisadas segundo o referencial da análise de conteúdo. Os dados foram organizados em categorias: condições estruturais favoráveis e desfavoráveis. Constatou-se prevalência de condições desfavoráveis no discurso dos entrevistados, como ênfase no tratamento farmacológico, inexistência de atendimento específico para dor, insuficiência de profissionais experientes no manejo da dor, demanda elevada e falhas no sistema de referência e contrarreferência. Sugere-se instituir novo modelo gerencial de cuidado aos pacientes com aids, enfatizando atendimento interdisciplinar à dor, treinamento de profissionais e aprimoramento de registros em prontuários para utilização de métodos de avaliação e tratamentos mais eficazes.

  9. Tratamento da dor em queimados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo José Alencar de Castro

    2013-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apesar dos avanços, ainda é observado manejo analgésico inadequado dos pacientes com queimaduras. O objetivo desta revisão foi coletar dados sobre tratamento da dor em queimados. CONTEÚDO: Foi feita revisão sobre os mecanismos de dor, avaliação do paciente com queimadura e o tratamento farmacológico e não farmacológico. CONCLUSÕES: O manejo da dor em pacientes vítimas de queimaduras ainda é um desafio por parte da equipe multiprofissional. A avaliação frequente e contínua da resposta apresentada pelo paciente é muito importante, tendo em vista os vários momentos por que passa o paciente internado em decorrência de uma queimadura, além de uma terapêutica combinada com medicações analgésicas e medidas não farmacológicas. Entender a complexidade de alterações fisiopatológicas, psicológicas e bioquímicas apresentadas por um paciente em tratamento de queimadura é o primeiro passo para alcançar o sucesso no seu manejo analgésico.

  10. Perfil epidemiológico de pacientes atendidos em um Serviço de Controle da Dor Orofacial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alana Moura Xavier Dantas

    Full Text Available ResumoIntroduçãoA Disfunção Temporomandibular (DTM se manifesta clinicamente como diversos problemas envolvendo a musculatura mastigatória, as articulações temporomandibulares e/ou suas estruturas associadas. Atualmente, essas disfunções apresentam elevada prevalência na população e afetam a qualidade de vida de seus portadores.ObjetivoDescrever as principais características e os sinais e sintomas de pacientes atendidos em um serviço especializado de Dor Orofacial.Material e métodoA pesquisa foi realizada no Ambulatório do Serviço de Controle da Dor Orofacial do Hospital Universitário de uma universidade federal, contendo uma amostra de 236 fichas de pacientes atendidos no período entre 2005 e 2011. Realizou-se a coleta de dados contidos na ficha clínica específica do serviço, elaborada pelos próprios pesquisadores com base no RDC/TMD e no Índice Anamnésico Simplificado de Fonseca. A ficha clínica foi elaborada de acordo com a realidade deste ambulatório e dos seus pacientes, para facilitar o diagnóstico destas desordens. Em seguida, foi procedida a análise descritiva dos dados.ResultadoEntre os pacientes atendidos, houve predomínio do gênero feminino, faixa etária entre 41 a 60 anos, grau de escolaridade Ensino Médio completo, vínculo empregatício e encaminhamento por cirurgiões-dentistas. A presença de dor diária com intensidade 5 e dor do tipo pulsátil, e o cansaço muscular foram as características mais prevalentes.ConclusãoDe acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que as mulheres procuram mais o serviço especializado e que os pacientes com DTM normalmente possuem elevados níveis de tensão e dor, sendo necessário um tratamento multidisciplinar.

  11. Citocinas pró-inflamatórias em pacientes com dor neuropática submetidos a tratamento com Tramadol

    OpenAIRE

    Kraychete,Durval Campos; Sakata, Rioko Kimiko [UNIFESP; Issy, Adriana Machado [UNIFESP; Bacellar, Maria Olívia Amado Ramos; Jesus, Rogério Santos; Carvalho Filho,Edgar Marcelino de

    2009-01-01

    P. 297-303,May/June. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As citocinas pró-inflamatórias têm função importante na fisiopatologia das síndromes dolorosas neuropáticas. O objetivo desse estudo foi avaliar os níveis plasmáticos de citocinas pró-inflamatórias antes e após o tratamento com tramadol em pacientes com hérnia discal e síndrome do túnel do carpo e compará-los com indivíduos normais. MÉTODO: Investigou-se 38 pacientes com dor neuropática por hérnia discal ou síndrome do túnel do carpo. Todo...

  12. Caracterização dos padrões de dor, sono e alexitimia em pacientes com fibromialgia atendidos em um centro terciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lazslo A. Avila

    2014-10-01

    Full Text Available Objetivos: Fibromialgia (FM é uma síndrome complexa, caracterizada por uma dor musculoesquelética crônica duradoura e difusa, derivada de causas não inflamatórias e classicamente associada à presença de pontos sensíveis específicos. No entanto, estudos destacaram outros sintomas importantes associados à má qualidade de vida (QDV em pacientes com FM, por exemplo, distúrbios do sono e alexitimia. Esse estudo teve por objetivo investigar os padrões de dor, sono e alexitimia de pacientes com FM em um centro terciário brasileiro. Métodos: 20 pacientes com FM acompanhados na clínica ambulatorial de reumatologia de um centro terciário brasileiro (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP, São Paulo, Brasil e 20 pacientes sem FM provenientes de outros serviços ambulatoriais da FAMERP completaram um questionário clínico e sociodemográfico, o Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, o Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI, o Toronto Alexithymia Scale (TAS-20 e o SF-36 (WHOQOL. Resultados: Os pacientes com FM tiveram desempenhos piores em todas as dimensões de QDV do SF-36 e escores mais altos no PSQI (P = 0,01 e no TAS-20 (P = 0,02. Pacientes com FM também tiveram escores significativamente mais altos em todos os domínios específicos do PSQI e TAS-20. Discussão: Os presentes dados concordavam com a literatura, evidenciando pior desempenho de pacientes com FM no impacto da dor, queixas de sono e maior presença de alexitimia. Conclusão: Estudos evidenciaram, além das queixas de dor, a presença de sintomas importantes e frequentemente subdiagnosticados, em pacientes com FM, como queixas relativas ao sono e alexitimia. Um conhecimento mais aprofundado desses distúrbios poderia melhorar a abordagem e o tratamento dos pacientes com FM.

  13. ANÁLISE DA MELHORA DE DOR EM PACIENTES COM LOMBALGIA SUBMETIDOS A PROCEDIMENTOS FISIOTERAPÊUTICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Schwingel Albrecht

    2015-11-01

    Full Text Available A lombalgia é definida como um quadro doloroso na região lombar afetando cerca de 70% da população em que se busca analgesia através de estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS. Neste sentido se objetivou analisar o efeito do atendimento fisioterapêutico em pacientes com lombalgia. Estudo de caráter clínico não randomizado realizado na Clínica FisioUNISC, no projeto de pesquisa intervenções terapêuticas nas alterações músculo esqueléticas em pacientes com disfunções da coluna vertebral. Sendo avaliados 14 pacientes portadores de lombalgia clinicamente diagnosticada, submetidos à ficha de avaliação fisioterapêutica, escala visual analógica (EVA, goniometria e avaliação postural, bem como de um questionário de qualidade das atividades de vida diária (AVD’s. A média de idade foi 55,79±14,21 anos e predomínio do sexo feminino (71,4%, os dados foram coletados antes e após sessões de intervenção fisioterapêutica, por meio do TENS. Os resultados apontam melhora no nível de dor avaliada pela EVA quando comparados pré e pós atendimento (5,29±0,65 vs 3,36±0,37, respectivamente (p=0,005. O sexo masculino destacou-se pela redução da dor quando comparados o pré atendimento com o pós atendimento (7,25±1,03 vs 3,75±0,62.Através dos métodos empregados observa-se uma redução significativa de dor do pré para o pós atendimento.

  14. Dor crônica em pacientes esquizofrênicos: prevalência e características Chronic pain in schizophrenic patients: prevalence and characteristics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jouce Gabriela de Almeida

    2010-03-01

    Full Text Available A prevalência de dor crônica entre pacientes com transtornos psiquiátricos é, possivelmente, no mínimo igual à encontrada entre a população geral. Para estimar a prevalência de dor crônica em pacientes com esquizofrenia, comparar os grupos com e sem dor crônica e caracterizar a dor foi realizado um estudo transversal, com uma amostra probabilística de 205 pacientes adultos, com diagnóstico de esquizofrenia (idade média 37 anos; 65% homens; média de escolaridade de nove anos; 87% sem companheiro(a; 65% residentes com os pais, atendidos em hospital público do Município de São Paulo, Brasil. A prevalência de dor foi de 36,6%; a dor foi mais presente no abdômen (30,7%, seguida da dor de cabeça, face e boca (24% e região lombar, sacra e cóccix (14,7%. Com relação à freqüência, 24% dos entrevistados referiram ter dor todos os dias. O tempo médio de dor foi de 41 meses, com intensidade moderada. A prevalência de dor crônica em pacientes esquizofrênicos foi semelhante à encontrada para a população geral, e o quadro álgico foi significativo em termos de duração, intensidade e freqüência dos episódios dolorosos.Chronic pain may be at least as prevalent in psychiatric patients as in the general population. To estimate the prevalence of chronic pain in schizophrenic patients, compare the groups with and without chronic pain, and characterize the pain, a cross-sectional study was performed on a probabilistic sample of 205 adult patients with a diagnosis of schizophrenia (mean age 37 years; 65% men; mean schooling nine years; 87% single; 65% living with parents, treated at a public hospital in the city of São Paulo, Brazil. Prevalence of pain was 36.6%, and the most frequent sites were abdomen (30.7%, head, face, and mouth (24%, and lower back (14.7%. Twenty-four percent of patients reported feeling pain every day. Mean duration of pain was 41 months, with moderate intensity. Prevalence of chronic pain in

  15. Dor no ombro em pacientes com lesão medular Shoulder pain in spinal cord injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Elisa Siqueira Gianini

    2006-01-01

    Full Text Available A lesão medular (LM é uma das formas mais graves dentro das síndromes incapacitantes. O paciente com LM sobrecarrega excessivamente os membros superiores, especialmente os ombros, utilizando-os mais freqüentemente e em maior variabilidade de atividades que uma pessoa sem LM. Além disso, a busca da melhoria da qualidade de vida nos últimos anos, levou um número crescente de portadores de LM a procurar a prática de atividade física. Muitos pacientes com LM utilizam cadeira de rodas para locomoção funcional e realização de esportes. Porém, esta demanda funcional na articulação do ombro pode levar a presença de quadro álgico importante interferindo nas atividades de vida diária desses pacientes. Com os adventos da tecnologia e cuidados com a saúde, a expectativa de vida dos pacientes com LM tem aumentado. Desde então, questões relacionadas à qualidade de vida e doenças associadas com o envelhecimento são de grande importância para essa população. Este estudo busca um melhor entendimento da dor no ombro em pacientes com LM através de revisão da literatura.The spinal cord injury (SCI is one of the most severe forms of disabling syndromes. Patients with SCI usually apply an excessive overload on the upper limbs, especially the shoulders, using them more frequently and in a greater range of activities when compared to healthy subjects. Moreover, the search for the improvement of the quality of life in the last years has led an increasingly number of SCI patients to practice physical activities. Many SCI patients use wheelchairs for functional locomotion and sports practice. However, this functional demand on shoulder's joint may lead to a painful picture, interfering on these patient's daily activities. With the improvements on technology and healthcare life expectancy for SCI patients has been increased. Since then, issues regarding quality of life and age-related diseases are very important for this population. The

  16. Avaliação do hábito intestinal em pacientes com câncer que utilizam morfina para o controle da dor

    OpenAIRE

    Marmo, Michela Cynthia da Rocha [UNIFESP; Caran, Eliana Maria Monteiro [UNIFESP; Puty, Fabiola Castelo Branco [UNIFESP; Morais,Mauro Batista de

    2012-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Há poucos dados na literatura sobre constipação intestinal secundária ao uso de morfina em pacientes com câncer. O objetivo deste estudo foi avaliar o hábito intestinal de pacientes com câncer em uso de morfina. MÉTODO: Estudo prospectivo, não aleatório, realizado no período de fevereiro a novembro de 2007. Todos os pacientes tinham câncer, idade superior a quatro anos e utilizavam morfina para o controle da dor. Após 24h do início da morfina os pacientes receberam ...

  17. Comorbid anxiety and depression disorders in patients with chronic pain Transtornos ansiosos e depressivos em pacientes com dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Castro

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate the frequency of anxiety and depression disorders in patients with chronic pain. METHOD: Patients receiving care at the pain clinic of the Federal University of Bahia between February 2003 and November 2006. The MINI PLUS - Mini International Neuropsychiatric Interview was used to evaluate the patients and establish psychiatric diagnoses. RESULTS: 400 patients were evaluated mean age was 45.6±11.37 years; 82.8% were female, 17.3% male; 48.5% were married; 55.1% were Catholics; and 40.5% had only high school education. Of these 29.9% reported intense pain and 70.8% reported suffering pain daily. The most frequent medical diagnosis was herniated disc (24.5%, and 48.5% of patients had been undergoing treatment at the pain clinic for less than 3 months. Comorbidities found were depressive episodes (42%, dysthymia (54%, social phobia (36.5%, agoraphobia (8.5% and panic disorder (7.3%. CONCLUSION: Psychiatric comorbidities are prevalent in patients suffering chronic pain.OBJETIVO: Avaliar a freqüência de transtornos ansiosos e depressivos em pacientes com dor crônica. MÉTODO: Os pacientes foram avaliados na clínica da dor da Universidade Federal da Bahia entre fevereiro 2003 e novembro 2006. O Mini-plus - entrevista neuropsiquiátrica internacional foi usado para estabelecer diagnósticos psiquiátricos nos pacientes. RESULTADOS: Foram avaliados 400 pacientes com idade média de 45,6±11,37 anos; 82,8% eram mulheres, homens 17,3%; 48,5% eram casados; 55,1% católicos; e 40,5% concluíram o segundo grau, 29,9% relataram dor intensa e 70,8% relataram sentir dor diariamente. O diagnóstico médico o mais freqüente foi hérnia de disco (24,5%, e 48,5% dos pacientes submeteu-se ao tratamento na clínica da dor por menos de 3 meses. Comorbidades encontradas foram episódios depressivos (42%, distimia (54%, fobia social (36,5%, agorafobia (8,5% e transtorno de pânico (7,3%. CONCLUSÃO: Comorbidades psiquiátricas s

  18. Aspectos da personalidade e sua influência na percepção da dor aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca

    OpenAIRE

    Thaiza Teixeira Xavier Nobre; Luciana Araújo dos Reis; Gilson de Vasconcelos Torres; João Carlos Alchieri

    2011-01-01

    OBJETIVO: Verificar o papel e a influência da personalidade na percepção dolorosa aguda de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa transversal, analítica, prospectiva de caráter correlacional, realizada em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A amostra foi composta por 25 pacientes, sendo 64% do sexo feminino, com menos de 60 anos (52%). RESULTADOS: A intensidade dolorosa foi avaliada pela escala numérica de dor do primeiro ao quinto dia de pós-operatório e o...

  19. Avaliação da freqüência de depressão em pacientes com endometriose e dor pélvica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LORENÇATTO CAROLINA

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a freqüência de depressão em pacientes com endometriose e queixa atual de dor pélvica para determinar a necessidade ou não de atendimento psicológico. MÉTODOS: Participaram deste estudo 50 mulheres com idade entre 24 e 48 anos, com diagnóstico de endometriose e queixa atual de dor pélvica. Para avaliar a prevalência da depressão, utilizou-se o Inventário de Depressão de Beck, validado em nosso meio. RESULTADOS: Identificou-se a presença de depressão em 92% das pacientes avaliadas, sendo 56% de intensidade moderada a grave. Apesar de 66% das pacientes relatarem o uso de medicação, não foi observada correlação significativa entre a presença de depressão com o uso de hormônios. CONCLUSÃO: Os resultados demostraram uma alta prevalência de depressão, justificando-se, assim, a necessidade do atendimento psicológico a essas pacientes.

  20. Pain in tropical spastic paraparesis/HTLV-I associated myelopathy patients Dor em pacientes com paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao HTLV-I

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Maurício de Castro-Costa

    2009-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: Tropical Spastic Paraparesis/HTLV-I Associated Myelopathy (TSP/HAM is a chronic myelopathy, and pain has been mentioned as a frequent sensory symptom in this condition. The authors aimed at analyzing this symptom in a TSP/HAM patients series. METHOD: For this, 46 patients were analyzed considering demographic and clinical characteristics and complaint of pain as to verbal description, time of onset and classification, correlated with the degree of motor disability and type of pain. RESULTS: Among the 46 TSP/HAM patients, 28 (60.8% complained of pain, predominant in the early phase of the disease. Most of the patients exhibited neuropathic characteristics of pain, correlated with increased motor disability. CONCLUSION: Pain in TSP/HAM patients is a frequent and early symptom, and the neuropathic type is predominant (57.1% and paralleled with increased incapacitation. The pathogenic involvement of cytokines may possibly be involved in the meaning of this symptom in this condition.OBJETIVO: A Paraparesia Espástica Tropical/Mielopatia Associada ao HTLV-I (PET/MAH é uma mielopatia crônica, e a dor tem sido mencionada como um sintoma sensitivo freqüente nessa condição. Os autores objetivam analisar esse sintoma numa série de pacientes com PET/MAH. MÉTODO: Para isso, 46 pacientes foram analisados considerando características demográficas e clínicas, e queixa de dor do ponto de vista da descrição verbal, tempo de início e classificação, correlacionados com o grau de incapacitação motora e o tipo de dor. RESULTADOS: Dentre os 46 pacientes com PET/MAH, 28 (60,8% se queixavam de dor, predominando na fase inicial da doença. A maioria dos pacientes evidenciou características de dor neuropática, correlacionada com aumento da incapacitação motora. CONCLUSÃO: A dor em pacientes com PET/MAH é um sintoma freqüente e inicial, sendo o tipo neuropático predominante (57,1% e em paralelo com maior incapacitação. O envolvimento

  1. Conhecimento da equipe de enfermagem sobre avaliação comportamental de dor em paciente crítico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Cláudia Silva Souza

    Full Text Available Estudo transversal prospectivo que teve como objetivo descrever o conhecimento da equipe de enfermagem sobre uma avaliação comportamental de dor. Realizado em hospital privado da cidade de São Paulo, Brasil, em novembro de 2011, com profissionais de enfermagem de uma UTI geral adulto. Estes responderam a um questionário com dados sociodemográficos e questões referentes ao conhecimento sobre uma avaliação comportamental de dor. A análise dos dados foi descritiva e a média de acertos por categoria profissional foi comparada por teste Mann-Whitney. Dos 113 participantes, mais de 70% demonstraram ter conhecimento sobre os principais aspectos dessa avaliação e não houve diferença estatisticamente significativa entre as categorias profissionais. Concluiu-se que o conhecimento dos profissionais foi satisfatório, mas pode ser aprimorado.

  2. Intensidade da dor em pacientes com síndrome do ombro doloroso Pain severity in patients with painful shoulder syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Dias da Silva Garzedin

    2008-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é avaliar intensidade da dor e associações com características clínicas em grupo de pacientes com Síndrome do Ombro Doloroso (SOD. Realizou-se estudo descritivo utilizando dados retrospectivos de 77 prontuários. Como instrumento de avaliação utilizamos Escala Visual Numérica (EVN. Foram consideradas variáveis de interesse: EVN (77, diagnóstico (57, ombro acometido (77, sexo (77, idade (76, localização da dor (77, uso de medicamentos (59 e problema cervical associado (77. Destes 53,2% eram do sexo feminino com média de idade 50,4±15,7 anos. O ombro direito foi o mais afetado (57,1%. Dor intensa foi referida por 41,6% dos pacientes sendo mais freqüente no sexo feminino (56,1% vs 25,0%; p=0,006. Os pacientes queixaram-se de dor intensa com mais freqüência em ombro esquerdo (57,7% vs 31,8%, p=0,034. Dos pacientes estudados, 59 (81,3% usavam medicamentos, sendo mais freqüente o antinflamatório. A síndrome do manguito rotador estava presente em 80,7% (57 e dor cervical associada em 15,6% (77. Localização da dor exclusivamente no ombro correspondeu a 76,6%. Evidenciamos que a síndrome do manguito rotador foi causa mais freqüente da SOD, sendo mais comum e intensa em mulheres com idade próxima de 51 anos. A EVN mostrou-se instrumento relevante para mensurar a dor na SOD.The aim of this study was to assess the severity of pain and its correlations to clinical characteristics in Painful Shoulder Syndrome (PSS patients. A descriptive study was conducted using retrospective data from 77 medical record files. The Visual Numerical Scale (VNS was used as an assessment instrument. The following variables of interest were considered: VNS (77, diagnosis (57, affected shoulder (77, sex (77, age (76, pain site (77, use of medications (59 and associated cervical pain (77. 53.2% of the patients were females and the mean age was 50.4±15.7 years. The right shoulder was the most affected side (57.1%. Severe pain was

  3. Pain evaluation of patients with fibromyalgia, osteoarthritis, and low back pain Avaliação da dor em pacientes com fibromialgia, osteoartrite e lombalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amélia Pasqual Marques

    2001-01-01

    Full Text Available The purpose of this study was to evaluate and compare pain as reported by outpatients with fibromyalgia, osteoarthritis, and low back pain, in view of designing more adequate physical therapy treatment. PATIENTS AND METHODS: A Portuguese version of the McGill Pain Questionnaire - where subjects are asked to choose, from lists of pre-categorized words, one or none that best describes what they feel - was used to assess pain intensity and quality of 64 patients, of which 24 had fibromyalgia, 22 had osteoarthritis, and 18 had low back pain. The pre-categorized words were organized into 4 major classes -- sensory, affective, evaluative, and miscellaneous. RESULTS: Patients with fibromyalgia reported, comparatively, more intense pain through their choice of pain descriptors, both sensory and affective; they also chose a higher number of words from these classes than patients in the other groups and were the only ones to choose specific affective descriptors such as "vicious", "wretched", "exhausting", "blinding". CONCLUSION: Assuming that each disease presents unique qualities of pain experience, and that these can be pointed out by means of this questionnaire by patients' choice of specific groups of words, the findings suggest that fibromyalgia include not only a physical component, but also a psycho-emotional component, indicating that they require both emotional/affective and physical care.Este estudo teve como objetivo, avaliar e comparar a intensidade da dor referida por pacientes com fibromialgia, osteoartrite e lombalgia visando propor o tratamento fisioterapêutico mais adequado para estes grupos de pacientes. PACIENTES E MÉTODOS: Participaram do estudo 64 pacientes, sendo 24 com fibromialgia, 22 com osteoartrite e 18 com lombalgia. Foi utilizada a versão em português do Questionário de Dor da McGill onde os sujeitos deveriam escolher uma ou nenhuma palavra de uma lista de palavras organizadas em quatro categorias: sensorial, afetiva

  4. Aspectos da personalidade e sua influência na percepção da dor aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaiza Teixeira Xavier Nobre

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o papel e a influência da personalidade na percepção dolorosa aguda de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa transversal, analítica, prospectiva de caráter correlacional, realizada em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A amostra foi composta por 25 pacientes, sendo 64% do sexo feminino, com menos de 60 anos (52%. RESULTADOS: A intensidade dolorosa foi avaliada pela escala numérica de dor do primeiro ao quinto dia de pós-operatório e os estilos de personalidade, pelo Inventário Millon de Estilos de Personalidade. A percepção dolorosa foi experienciada com magnitudes variando de leve a moderada do primeiro ao quinto dia do pós-operatório e relacionada às características de personalidade. Nos pacientes com menos intensidade de dor, foi observada maior elevação significativa da pontuação obtida nos fatores preservação, individualismo, introversão e, nos pacientes com maior intensidade de dor, houve uma elevação significativa nos fatores de proteção, extroversão, retraimento, discrepância, afetividade, acomodação, retraimento, comunicabilidade e firmeza. CONCLUSÃO: A ocorrência do fenômeno doloroso em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca mostra-se associada com manifestações comportamentais e com magnitudes variáveis quanto ao tempo do ato cirúrgico, tipo e posição de drenos, além do período pós-operatório imediato. Pode-se caracterizar que aspectos psicológicos enquanto características de personalidade podem influenciar padrões de comportamento como os observados.

  5. Poderia a atividade física induzir analgesia em pacientes com dor crônica? Can exercise induce analgesia in patients with chronic pain?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barcellos de Souza

    2009-04-01

    Full Text Available A dor crônica caracteriza-se pela persistência do sintoma além do período fisiológico de recuperação do tecido lesado. Essas dores causam incapacidade física e redução da performance cognitiva, reduzem a qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes, cujo tratamento proposto contradiz o clássico binômio da terapia da dor aguda (repouso e fármacos. Para a dor crônica prescrevem-se exercícios físicos e sugerem-se tratamentos multidisciplinares. Embora a atividade física seja prescrita há mais de 20 anos, os mecanismos neurofisiológicos envolvidos ainda não são compreendidos. Descrevemos brevemente os mecanismos endógenos de controle da dor crônica e evidências da literatura científica que defendem o sistema opioide como mecanismo de ação na analgesia induzida pelo exercício em indivíduos sadios e atletas. Esse mecanismo também parece agir na população com dor crônica, embora haja controvérsias. Finalizamos o artigo com considerações clínicas para a prescrição do exercício para a população com dor crônica.Chronic pain is defined as persistent pain beyond normal tissue healing time. Chronic pain syndromes have a considerable impact on functional capacity, resulting in disrupted work and social activities; therefore, the impact of these syndromes affect the society at large and at a high economic cost. In contrast to rest and pharmacological treatment, multidisciplinary programs with exercises have shown to improve pain and function in chronic pain patients. A number of studies reported analgesia induced by exercise; however, the neurological mechanisms involved are not known yet. To explore this phenomenon, we describe endogenous pain control relating some studies on general population and chronic pain subjects, and we conclude this paper with some clinical consideration to determine optimal intensity of exercise to produce hypoalgesia.

  6. ESTUDO DA FARMACOTERAPIA DA DOR EM PACIENTES PÓS-CIRÚRGICOS DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vladimir ANTONINI, Elizabeth TAMBARA, Marcelo Martins BAVIERA, Carolina Rizzoni SILVEIRA, Eduardo Dias de SOUZA

    2013-12-01

    Full Text Available A dor pós-operatória é uma dor aguda de difícil controle efetivo. O objetivo deste estudo foi avaliar, comparativamente com a literatura internacional, a incidência de dor pós-operatória nos pacientes submetidos a operações do aparelho digestivo, tratados com os analgésicos e anti-inflamatórios padronizados no Hospital de Clínicas da UFPR. Cem pacientes de ambos os sexos, com idade entre 19 e 65 anos, foram acompanhados desde a Unidade de Recuperação Pós-Anestésica Imediata até a alta hospitalar, ou até 72 horas após a cirurgia, através de ensaio duplamente encoberto com perguntas verbais sobre a presença e a intensidade da dor. Foi comparado o índice de dor dos pacientes que receberam dipirona e dipirona associada a cetoprofeno ou dipirona associada a tramadol ou dipirona associada a cetoprofeno e tramadol nos momentos determinados. De 91 pacientes analisados na Unidade de Recuperação Pós-anestésica Imediata, 33 reportaram dor. Entre os 93 pacientes observados desde o retorno à unidade de internação até a primeira administração de medicação do dia seguinte, 30 apresentaram dor. No primeiro dia do período pós operatório, 93 pacientes foram acompanhados, sendo encontrados 24 pacientes com dor. No segundo dia, de 37 pacientes internados, 11 continuavam com dor. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os pacientes que receberam dipirona isolada ou associada a outros medicamentos. O presente estudo demonstrou que a incidência de dor aguda contínua pós-operatória nos pacientes do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná tratados com os analgésicos e antiinflamatórios padronizados foi de trinta por cento, margem mínima indicada na literatura internacional.

  7. Anestesia em paciente com insensibilidade congênita a dor e anidrose Anestesia en paciente con insensibilidad congénita al dolor y anhidrosis Anesthesia in a patient with congenital insensitivity to pain and anhidrosis

    OpenAIRE

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira; Valter César Paris; Renato Augusto Pereira; Felipe Souza Thyrso de Lara

    2009-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A insensibilidade congênita a dor e anidrose (ICDA) ou neuropatia hereditária sensorial e autonômica tipo IV (NHSA tipo IV) é neuropatia autossômica recessiva rara do grupo das neuropatias hereditárias sensoriais e autonômicas (NHSA), caracterizada por insensibilidade ao estímulo doloroso, anidrose e retardo mental. Existem poucos relatos sobre a conduta anestésica em pacientes com ICDA devido sua extrema raridade. O objetivo deste relato foi apresentar a conduta an...

  8. Tratamento de dor em paciente com tumor sacral inoperável: relato de caso Tratamiento de dolor en paciente con tumor sacral inoperable: relato de caso Management of pain in patient with inoperable sacral tumor: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano Rodrigues Gasparini

    2004-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Diversas técnicas podem ser utilizadas no controle de dor em pacientes oncológicos. O objetivo deste relato é mostrar o uso de algumas medidas terapêuticas empregadas para tratar um paciente com quadro doloroso importante de difícil controle. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 70 anos, com cordoma sacral e com possibilidade terapêutica muito difícil. Apresentava quadro de dor importante associado ao tumor. São relatadas diversas técnicas utilizadas no seu tratamento e os resultados obtidos. CONCLUSÕES: Os bloqueios neurolíticos, para o controle da dor em paciente com tumores cuja possibilidade terapêutica é difícil, constituem técnica eficaz quando bem indicados e realizados dentro de critérios estabelecidos.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Diversas técnicas pueden ser utilizadas en el control de dolor en pacientes oncológicos. El objetivo de este relato es mostrar el uso de algunas medidas terapéuticas utilizadas para tratar un paciente con cuadro doloroso importante de difícil control. RELATO DE CASO: Paciente masculino, 70 años, con cordoma sacral y con posibilidad terapéutica muy difícil. Presentaba cuadro de dolor importante asociado al tumor. Se relatan diversas técnicas utilizadas en su tratamiento y los resultados obtenidos. CONCLUSIONES: Los bloqueos neurolíticos, para el control del dolor en paciente con tumores cuja posibilidad terapéutica es difícil, constituyen técnica eficaz cuando bien indicados y realizados dentro de criterios establecidos.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Different techniques may be used to control cancer pain. This report aimed at describing some therapeutic measures used to treat a patient with a severe and bad responsive pain. CASE REPORT: A 70-year-old male patient a sacral chordoma of very difficult therapeutic. He referred major tumor-associated pain. Several techniques used to treat pain of this patient and results obtained are reported. CONCLUSIONS

  9. Sleep patterns and symptoms of anxiety and depression in patients with chronic pain Padrão do sono e sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha M.C. Castro

    2009-03-01

    Full Text Available BACKGROUND: Sleep disturbances and symptoms of anxiety and depression have been shown to be involved in the genesis and perpetuation of chronic pain. OBJECTIVE: To evaluate sleep patterns and the prevalence of symptoms of anxiety and depression in patients with chronic pain. METHOD: Four hundred consecutive patients referred to a chronic pain outpatient clinic were investigated using patient charts, the numerical Visual Analogue Scale for the evaluation of pain, the Hospital Anxiety and Depression scale and the Mini-Sleep Questionnaire. RESULTS: The mean age of patients was 45.6±11.4 years. The most frequent medical diagnosis was myofascial pain followed by neuropathic pain. The prevalence of symptoms of anxiety was 72.8%, depression 93% and altered sleep patterns 93%. CONCLUSION: This study revealed a high prevalence of symptoms of depression and anxiety and alterations in sleep patterns in patients with chronic pain, justifying investigation into these disturbances in this group of patients.CONTEXTO: Distúrbios do sono e sintomas de ansiedade e depressão tem sido vistos no envolvimento da origem e perpetuação da dor crônica. OBJETIVO:Avaliação do padrão do sono e da prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com dor crônica. MÉTODO: Quatrocentos pacientes de dor crônica atendidos consecutivamente na clínica foram investigados usando os seguintes instrumentos a Escala Visual Analógica para a avalição da dor, a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão e o Mini-Sleep Questionnaire. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes foi 45,6±11,4 anos. O diagnóstico mais frequente foi de dor miofascial seguido de dor neuropática. A prevalência de sintomas de ansiedade foi 72,8%, de depressão foi 61,5% e de alteração do sono 93%. CONCLUSÃO: Este estudo revela uma alta prevalência de sintomas de depressão e ansiedade e alterações no padrão do sono em pacientes com dor crônica, justificando a investiga

  10. Depressão em pacientes com dor no câncer avançado Depresión en pacientes con dolor en el cáncer avanzado Depression in patients with advanced cancer and pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeane Pereira da Silva Juver

    2008-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A observação da importância dos sintomas emocionais no contexto do binômio saúde-doença e os esforços para divulgação da Medicina Paliativa motivaram a realização deste artigo. O objetivo desta revisão da literatura foi propor uma reflexão sobre o diagnóstico de depressão em pacientes com câncer avançado que apresentam quadros de dor com base nos conceitos e definições já existentes. CONTEÚDO: A dor e a depressão são sintomas prevalentes em pacientes com câncer. Considerando os vários pontos de interseção das doenças físicas e mentais, por vezes o diagnóstico de depressão em pacientes com câncer e dor torna-se difícil. Esse dado tem grande importância haja vista que a depressão compromete de forma importante a qualidade de vida dos pacientes, devendo ser diagnosticada e tratada a contento. CONCLUSÕES: Após a revisão da literatura algumas perguntas ficaram sem resposta adequada. Esse fato desperta o interesse para realização de estudos que proponham saídas para diagnóstico preciso e tratamento eficiente desse sintoma em pacientes com câncer avançado.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La observación de la importancia de los síntomas emocionales en el contexto del binomio salud-enfermedad y los esfuerzos para la divulgación de la Medicina Paliativa, motivaron la realización de este artículo. El objetivo de esta revisión de la literatura fue proponer una reflexión sobre el diagnóstico de depresión en pacientes con cáncer avanzado que presentan cuadros de dolor con base en los conceptos y definiciones ya existentes. CONTENIDO: El dolor y la depresión son síntomas prevalecientes en pacientes con cáncer. Considerando los diversos puntos de intersección de las enfermedades físicas y mentales, a veces el diagnóstico de depresión en pacientes con cáncer y dolor se hace difícil. Ese dato tiene una gran importancia a causa de que la depresión compromete de forma importante la

  11. Anestesia em paciente com insensibilidade congênita a dor e anidrose Anestesia en paciente con insensibilidad congénita al dolor y anhidrosis Anesthesia in a patient with congenital insensitivity to pain and anhidrosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira

    2009-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A insensibilidade congênita a dor e anidrose (ICDA ou neuropatia hereditária sensorial e autonômica tipo IV (NHSA tipo IV é neuropatia autossômica recessiva rara do grupo das neuropatias hereditárias sensoriais e autonômicas (NHSA, caracterizada por insensibilidade ao estímulo doloroso, anidrose e retardo mental. Existem poucos relatos sobre a conduta anestésica em pacientes com ICDA devido sua extrema raridade. O objetivo deste relato foi apresentar a conduta anestésica em paciente com ICDA submetida à artrodese de tornozelo esquerdo com colocação de haste e discutir as características de interesse para a anestesia nestes pacientes. RELATO DO CASO: Paciente com história de ICDA foi admitida para artrodese de tornozelo esquerdo devido à artropatia de Charcot. Na sala de operação foi monitorizada com eletrocardiógrafo, índice bispectral, SEF 95%, pressão arterial não invasiva e saturação periférica da hemoglobina, medicada com midazolam como pré-anestésico e submetida à anestesia venosa com propofol e cisatracúrio. Não houve a necessidade de administração de analgésicos. Após intubação traqueal, foi acrescentada monitorização da pressão expiratória final do gás carbônico e da temperatura esofágica. Não apresentou complicações no período perioperatório. Teve alta hospitalar no segundo dia de pós-operatório. CONCLUSÕES: Embora apresentem insensibilidade à dor, alguns pacientes apresentam hiperestesia tátil, o que poderia causar sensações desagradáveis durante a manipulação cirúrgica. Apesar de relatos na literatura de pacientes submetidos a bloqueios no neuroeixo e até mesmo a procedimentos sem anestesia, neste caso utilizou-se a anestesia venosa que proporcionou condições adequadas para o procedimento anestésico-cirúrgico.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La falta de sensibilidad congénita al dolor y la anhidrosis (ICDA o neuropatía hereditaria sensorial y auton

  12. Análise dos efeitos da tens, cinesioterapia e o método Mackenzie para redução da dor em pacientes com lombalgia - doi: 10.5102/ucs.v10i2.1679

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Alice Miateli Pires

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar os resultados entre o TENS acupuntura, cinesioterapia e o Método Mackenzie visando o alívio de dor em pacientes com lombalgia no Hospital Militar da Área de Brasília (HMAB. Trata-se de um estudo de caso comparativo longitudinal. Contou com a participação de 11 pacientes das quais o primeiro mês realizou o TENS e alongamentos para ambos os grupos; e, no segundo mês, o grupo estudo (GE realizou a Método Mackenzie; e o grupo de controle (GC realizou exercícios isométricos. O tratamento teve a duração de 2 meses (16º sessões. Para a coleta de dados foi utilizado seis questionários e testes especiais. Nos resultados do estudo verificou que houve uma estatística significativa (p<0.05 no pré e pós o tratamento entre os pacientes. Logo, os resultados obtidos demonstraram que as terapias foram eficazes para o alívio da dor tanto na pós-terapia como na manutenção para as sessões seguintes.

  13. Comorbidades em pacientes com osteoartrite: frequência e impacto na dor e na função física Comorbidities in patients with osteoarthritis: frequency and impact on pain and physical function

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Abath Leite

    2011-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Uma vez que a prevalência da osteoartrite (OA aumenta com o envelhecimento, é comum a coexistência de outras doenças crônicas. OBJETIVOS: Avaliar a frequência de comorbidades em pacientes com OA e mensurar o impacto destas na dor e a função física nesses pacientes. MÉTODOS: Estudo transversal em pacientes portadores de OA do ambulatório de reumatologia do IMIP. A dor foi mensurada pela Escala Visual Analógica (EVA e a função física pelos índices de Lequesne e SACRAH. Foi realizado um screening para depressão, além de aferição de medidas antropométricas, pressão arterial, dosagem da glicemia de jejum e perfil lipídico. RESULTADOS: Foram estudados 91 pacientes, com média de idade de 59,3 anos, sendo 91,4% do sexo feminino. A frequência de síndrome metabólica foi de 54,9%. Hipertensão arterial sistêmica ocorreu em 75,8% dos casos, dislipidemia em 52,6% e obesidade em 57,1%. O screening para depressão foi positivo em 61,3% dos pacientes. Quando comparamos individualmente os componentes da síndrome metabólica, observamos que pacientes com hipertensão apresentavam maiores escores no SACRAH com diferença estatisticamente significante (P = 0,035. Para as outras variáveis, não foram demonstradas diferenças entre os escores Lequesne, SACRAH e EVA. CONCLUSÃO: Foi observada uma alta frequência de depressão, síndrome metabólica e de seus componentes isoladamente nesse grupo de pacientes com OA, podendo haver impacto da presença destes na dor e na função física desses pacientes. Tais resultados demonstraram a necessidade de investigação e tratamento dessas comorbidades em pacientes com OA.INTRODUCTION: As the prevalence of osteoarthritis (OA increases with age, the coexistence of other chronic diseases is common. OBJECTIVES: To evaluate the frequency of comorbidities in OA patients and to measure their impact on pain and physical function of those patients. METHODS: Cross-sectional study in OA

  14. Depressão maior em pacientes com dor torácica não cardíaca: Quem vai tratar? Major depression in patients with non-cardiac chest pain: Who is going to treat?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renério Fráguas

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a presença de transtornos psiquiátricos em pacientes com dor torácica de origem não cardíaca que não respondem aos tratamentos regulares. MÉTODO: Dezoito pacientes com dor torácica sem origem cardíaca e considerados por seus clínicos como não respondentes aos tratamentos regulares instituídos foram avaliados por um psiquiatra treinado. As entrevistas foram realizadas com base no Present State Examination e os diagnósticos psiquiá-tricos, de acordo com os critérios do Manual de Diagnóstico e Estatística da Associação Psiquiátrica Americana, 3ª Edição Revisada (DSM-III-R. RESULTADOS: Depressão maior no momento da avaliação foi diagnosticada em 6 (30% pacientes, somatização em 1 (6% e transtorno do pânico em 1 (6% paciente. Sete pacientes estavam recebendo antidepressivos tricíclicos com doses OBJECTIVE: To investigate the presence of psychiatric disorders in patients with chest pain not responsive to treatment. METHOD: We evaluated 18 patients judged by their physicians to have a chest pain not responsive to usual treatment, which included anti-pain medicines and investigation and treatment of possible etiological causes such as coronary artery disease, and gastroesophageal reflux disease. A psychiatrist interviewed the patients using the Present State Examination and made the diagnosis based on the DSM-III-R criteria. Current major depression was diagnosed in 6 (30% patients, somatization in 1 (6% and panic disorder in 1 (6% patient. Seven patients were receiving tricyclics antidepressant with doses > 75 mg/day. DISCUSSION: Patients were receiving doses of tricyclics antidepressants efficacious for pain but not for major depression. It is possible that the low dose of antidepressants used to treat pain may partially ameliorate depressive symptoms, making the appropriate diagnosis and treatment of major depression even more difficult, consequently contributing to the persistence of pain and other

  15. Contribuição da avaliação dos sinais clínicos em pacientes com síndrome da dor patelofemural

    OpenAIRE

    Liporaci,Rogério Ferreira; Saad,Marcelo Camargo; Felício, Lílian Ramiro; Baffa,Augusto do Prado; Grossi, Débora Bevilaqua

    2013-01-01

    OBJETIVO: Como a síndrome da dor patelofemoral (SDPF) é uma desordem comum, caracterizada por etiologia multifatorial e o mais prevalente sintoma na SDPF é uma dor difusa e usualmente localizada na região retropatelar, entretanto, com sinais e sintomas que podem estar relacionados como pronação subtalar excessiva, torsão tibial externa, alterações no deslocamento patelar, amplitude de movimento do joelho dolorosa, dor nas bordas patelares, tensão muscular e alterações no ângulo quadricipital ...

  16. CARACTERÍSTICAS DO ATENDIMENTO AOS PACIENTES COM DOR PRECORDIAL NO PRONTO ATENDIMENTO DE UM HOSPITAL GERAL

    OpenAIRE

    Faria, Selma de Lima; Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de São José dos Campos, SP, Brasil.; Machado, Regimar Carla; Universidade do Vale do Paraíba. Universidade Federal de São Paulo. Hospital Santa Catarina- São Paulo.; Gianvecchio, Carolina Vivian; Angiocenter Hemodinâmica e Angiografia Digital Cerebral de São José dos Campos. São José dos Campos, SP, Brasil.

    2012-01-01

    A I Diretriz da Dor Torácica de 2002 recomenda que o paciente com suspeita de Síndrome Coronariana Aguda (SCA) na sala de emergência deva ser submetido a um eletrocardiograma em 5 a 10 minutos. Esta pesquisa teve como objetivos levantar o tempo de evolução da dor precordial do paciente atendido no pronto atendimento de um hospital geral e mensurar o tempo da realização do eletrocardiograma. Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo e com uma abordagem quantitativa por meio de um protocol...

  17. Efeito da acupuntura na melhora da dor, sono e qualidade de vida em pacientes fibromiálgicos: estudo preliminar Effect of acupuncture on pain, sleep and quality of life improvement in fibromyalgia patients: preliminary study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raymond S. Takiguchi

    2008-09-01

    Full Text Available A fibromialgia é uma síndrome definida por dor crônica generalizada e em pelo menos 11 dos 18 tender points, pontos dolorosos específicos. Este ensaio clínico randômico visou verificar a eficácia da acupuntura na melhora da dor, sono e qualidade de vida de pacientes fibromiálgicas. Dentre 20 mulheres com média de idade 44 anos, com diagnóstico de fibromialgia segundo critérios do Colégio Americano de Reumatologia, finalizaram o estudo 12, distribuídas aleatoriamente em dois grupos: A (GA, n=5, que recebeu acupuntura segundo a medicina tradicional chinesa; e B (GB, n=7, que teve a inserção de agulhas nos tender points base do occipital, trapézio, supraespinhoso e epicôndilo lateral. A dor foi avaliada por escala visual analógica e dolorimetria; o sono, pelo Inventário do Sono; e a qualidade de vida, pelo Questionário de Impacto da Fibromialgia (QIF. Os grupos receberam acupuntura uma vez por semana, durante oito semanas, com inserção de oito agulhas por 25 minutos. Os dados foram tratados estatisticamente, adotando-se o nível de significância ±=0,05. No GA, houve melhora estatisticamente significante do sono; e no GB, na dor, limiar de dor nos tender points, no sono e nos itens do QIF dor, cansaço matinal, ansiedade e depressão (pFibromyalgia is a syndrome defined by chronic widespread pain and sensitivity to pressure at at least 11 of 18 tender points. The aim of this random blind clinical trial was to assess the effectiveness of acupuncture on pain relief, on quality of sleep and life in fibromyalgia patients. From 20 female fibromyalgic patients (diagnosed according to the American College of Rheumatology, mean aged 44 years, 12 completed the study, randomly assigned into two groups: group A (GA, n=5 received acupuncture according to the traditional Chinese medicine; and group B (GB, n=7 received acupuncture at eight tender points: at the occiput, trapezius muscle, supraspinatus muscle, and lateral epicondyle. Pain

  18. Adaptacao e validacao do WHODAS 2.0 em utentes com dor musculoesqueletica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Silva

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO Validar a versão em português do World Health Organization Disability Assessment Schedule (WHODAS 2.0. MÉTODOS A versão original de 36 itens do WHODAS 2.0, administrada por entrevista, foi traduzida para o português de acordo com orientações internacionais e testada em nove participantes da população em geral. A versão em português foi administrada em 204 pacientes com patologia musculoesquelética. Foram coletados os dados sociodemográficos e de saúde dos pacientes, assim como o número de locais onde apresentavam dor e sua intensidade. O WHODAS 2.0 foi novamente administrado por um segundo entrevistador, um a três dias após a primeira entrevista, para avaliar a confiabilidade interavaliadores. A validade de constructo foi avaliada quanto a: capacidade do WHODAS 2.0 para diferenciar participantes com diferentes locais com dor e associação entre o WHODAS 2.0 e a intensidade da dor. A consistência interna também foi avaliada. RESULTADOS A versão portuguesa do WHODAS 2.0 teve fácil compreensão, apresentou boa consistência interna (α = 0,84 e confiabilidade interavaliadores (CCI = 0,95. Mostrou ser capaz de detectar diferenças estatisticamente significativas entre indivíduos com diferente número de locais com dor (p < 0,01 e indicar que maior incapacidade está associada à maior intensidade da dor (r = 0,44, p < 0,01, indicando validade de constructo. CONCLUSÕES A versão portuguesa do WHODAS 2.0 mostrou-se confiável e válida quando utilizada em pacientes com dor associada à patologia musculoesquelética.

  19. Avaliação da dor em criocirurgia de ceratoses actínicas

    OpenAIRE

    Poziomczyk,Claudia Schermann; Köche,Bruna; Dornelles,Marcel de Almeida; Dornelles, Sérgio Ivan Torres

    2011-01-01

    FUNDAMENTOS: a ceratose actínica é lesão pré-maligna frequente, que ocorre em áreas expostas à luz solar, em pessoas idosas ou adultas de meia-idade e pele clara. A criocirurgia com nitrogênio líquido é a modalidade mais comum para o tratamento de ceratoses actínicas. OBJETIVOS: o objetivo primário deste estudo foi medir a intensidade da dor durante a criocirurgia, por meio da Escala Visual Análoga. Também buscou-se identificar o nível de dor considerado adequado pelo paciente, avaliar a prop...

  20. Dor aguda no joelho do paciente idoso Acute knee pain in elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Luís Camanho

    2008-09-01

    Full Text Available A dor aguda no joelho de pacientes idosos é freqüente, sendo caracterizada por seu aparecimento súbito, sem causa aparente, com exame radiográfico dentro dos padrões da normalidade, na maioria dos casos. A etiologia da dor aguda no joelho é decorrente de insuficiência das estruturas, e seu quadro clínico difere completamente daquele determinado pela osteoartrose, sendo sempre unilateral e ocorre na grande maioria em pacientes do sexo feminino, após a quinta década de vida, e na região medial do joelho (local de maior carga. Com o propósito de analisar as possíveis etiologias para a dor aguda do joelho de pacientes acima de 60 anos de idade, suas características e tratamento, os autores discutem as etiologias relacionadas à dor aguda: lesão meniscal, fratura por fadiga e osteonecrose idiopática.Acute knee pain in elderly patients is not uncommon, and is characterized by a sudden onset, no apparent cause, and by normal radiographic findings in most cases. The etiology of acute knee pain is the result of insufficient structures, and clinical symptoms are totally different from the symptoms seen in osteoarthrosis. This acute pain in the knee is always unilateral and in the medial region of the knee joint (site with the heaviest load, predominantly in females after the fifth decade of live. In order to consider the possible etiologies for acute knee joint pain in patients older than 60 years, its characteristics and treatment, the authors discuss etiologies related to acute pain: lesion of the meniscus, stress fracture, and idiopathic osteonecrosis.

  1. EFEITO DA ACUPUNTURA SISTÊMICA NA INTENSIDADE DA DOR DE PACIENTES COM CERVICALGIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aryanna Kelly Carneiro Rios Passos Alves

    2013-09-01

    Full Text Available Dor é uma qualidade sensorial complexa, puramente subjetiva, difícil de ser definida, descrita ou interpretada. É um mecanismo de proteção do corpo, ocorre sempre que qualquer tecido estiver sendo lesado. As dores cervicais afetam 30% de homens e 43% de mulheres em algum momento de suas vidas. Para o alívio da cervicalgia existem evidências de que a acupuntura é efetiva através de sua técnica em estimular pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equilíbrio, alcançando, assim, resultados na diminuição do quadro álgico. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência de um protocolo de acupuntura sistêmica para tratamento de cervicalgia na intensidade de dor, pressão arterial e frequência cardíaca. Realizou-se um estudo clínico com 11 sujeitos, de ambos os sexos, com idade média de 32,0 ± 13,2 anos. O tratamento foi composto por 4 sessões de atendimento segmentadas em uma sessão semanal e a avaliação da dor foi realizada antes e após cada sessão através da escala visual analogica (EVA. Os resultados encontrados sugerem que a acupuntura reduziu a dor em pacientes portadores de cervicalgia após 4 semanas de tratamento.

  2. Dor, cinesiofobia e qualidade de Vida em pacientes com lombalgia crônica e depressão Pain, kinesiophobia and quality of life in chronic low back pain and depression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Sarmento Antunes

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever características de dor, cinesiofobia e qualidade de vida em pacientes com lombalgia crônica associada a depressão. MÉTODOS: Estudo de delineamento transversal em que foram incluídos 193 indivíduos com lombalgia crônica. A presença de depressão foi determinada pelo Inventário de Depressão de Beck, a partir de ponto de corte validado pela Mini International Neuropsychiatric Interview. A intensidade e a qualidade da dor nos grupos com e sem depressão foram avaliadas pelo Questionário McGill. A Escala Tampa para Cinesiofobia foi aplicada para avaliar medo do movimento. Com relação à qualidade de vida, utilizou-se o Medical Outcomes Study 36. O nível de significância estatístico estabelecido foi pOBJECTIVE: To describe the characteristics of pain, kinesiophobia and quality of life in patients with chronic low back pain and depression. METHODS: Cross-sectional study in which 193 individuals with chronic low back pain were included. The presence of depression was measured by the Beck Depression Inventory, using a cutoff validated by the Mini International Neuropsychiatric Interview. The intensity and quality of pain in the groups with and without depression were assessed by the McGill Questionnaire. The Tampa Scale for Kinesiophobia was applied to assess fear of movement. With respect to quality of life, the Medical Outcomes Study 36 was used. The statistical significance level was set at p <0.05. RESULTS: The prevalence of depression was 32.1%. The group with depression had worse scores in relation to pain, kinesiophobia and quality of life (physical functioning, rolephysical, bodily pain, general health, vitality, social functioning, role-emotional, and mental health. CONCLUSION: Patients with low back pain and depression had higher pain intensity, greater fear of movement and poorer quality of life. Level of Evidence III, Cross-sectional.

  3. Comportamento da dor e da função pulmonar em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca via esternotomia Pain and pulmonary function in patients submitted to heart surgery via sternotomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina dos Santos Baumgarten

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o comportamento da função pulmonar e da dor em pacientes adultos submetidos à cirurgia cardíaca por esternotomia. Além de verificar possíveis correlações e comparações dessas variáveis com as características do procedimento cirúrgico e o tempo de internação hospitalar. MÉTODOS: Foi realizado estudo de coorte composto de 70 indivíduos, nos quais foi avaliada a função pulmonar préoperatória por espirometria e inspirometria de incentivo. Os pacientes foram acompanhados no pós-operatório, por meio de protocolo com informações da cirurgia, função pulmonar e um protocolo de avaliação álgica (escala análoga visual e desenho do corpo humano. RESULTADOS: Os valores de função pulmonar do período pós-operatório apresentaram diminuição significativa em relação ao pré-operatório (POBJECTIVE: To investigate the pulmonary function and pain in adult patients undergoing heart surgery via sternotomy and to verify possible correlations of these variables with the characteristics of the surgical procedure and hospital stay. METHODS: A cross-sectional study was carried out of 70 individuals undergoing heart surgery. The lung function was assessed before and after surgery by spirometry and incentive spirometry. Details of the surgical procedure were studied and patients were followed up postoperatively using a visual analogue scale and design of the human body to evaluate pain. RESULTS: The pulmonary function was significantly impaired in the postoperative compared to preoperative period (P <0.01. The pain was centered in the region of the sternotomy and persisted until at least the 5th postoperative day. There was a correlation between pain and the parameters of pulmonary function (forced expiratory volume in 1 second - percentage: r = -0.271, P <0.047; peak expiratory flow: r = 0.357, P <0.008; and maximum inspiratory volume: r = -0.293, P <0.032. There was no significant correlation between pain and other

  4. Manejo da dor de pacientes com aids: análise da estrutura gerencial em hospital de referência Manejo del dolor en pacientes con sida: análisis de la estructura administrativa en hospital de referencia Pain management in patients with aids: analysis of the management structure of a reference hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Meneses Oliveira

    2013-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi analisar a estrutura gerencial para o manejo da dor em pacientes com aids em um hospital de referência de Fortaleza, CE, Brasil. Pesquisa descritiva com enfoque qualitativo, desenvolvida no ano de 2010. Foram realizadas 20 entrevistas com profissionais de saúde (médicos e enfermeiros, analisadas segundo o referencial da análise de conteúdo. Os dados foram organizados em categorias: condições estruturais favoráveis e desfavoráveis. Constatou-se prevalência de condições desfavoráveis no discurso dos entrevistados, como ênfase no tratamento farmacológico, inexistência de atendimento específico para dor, insuficiência de profissionais experientes no manejo da dor, demanda elevada e falhas no sistema de referência e contrarreferência. Sugere-se instituir novo modelo gerencial de cuidado aos pacientes com aids, enfatizando atendimento interdisciplinar à dor, treinamento de profissionais e aprimoramento de registros em prontuários para utilização de métodos de avaliação e tratamentos mais eficazes.El estudio objetivó analizar la estructura administrativa para el manejo del dolor en pacientes con SIDA en un hospital de referencia de Fortaleza-CE, Brasil. Investigación descriptiva, con enfoque cualitativo, desarrollada en 2010. Fueron realizadas 20 entrevistas con profesionales de salud (médicos y enfermeros, analizadas según referencial de análisis de contenido. Los datos se organizaron en las categorías: Condiciones estructurales favorables y desfavorables. Se constató prevalencia de condiciones desfavorables en el discurso de los entrevistados, con énfasis en el tratamiento farmacológico, inexistencia de atención específica del dolor, insuficiencia de profesionales expertos en manejo del dolor, demanda elevada y fallas en el sistema de referencia y contra-referencia. Se sugiere instituir un nuevo modelo administrativo de cuidado al paciente con SIDA, enfatizando atenci

  5. Dor torácica no infarto agudo do miocárdio entre pacientes diabéticos e não diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crislaine Padilha Paim

    2012-02-01

    Full Text Available Considerando-se que pacientes diabéticos acometidos de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM podem, ou não, apresentar dor torácica, objetivou-se neste estudo comparar a presença e intensidade de dor torácica no IAM entre pacientes diabéticos e não diabéticos. Realizou-se um estudo transversal, que incluiu pacientes com IAM, idade ≥18 anos, ambos os sexos. Utilizou-se uma escala numérica verbal para avaliar a presença e a intensidade da dor.Foram incluídos 88 pacientes no estudo, dentre os quais 77 (87,5% não diabéticos e 11 (12,5% diabéticos. A dor esteve presente em 11 (100% dos diabéticos e 76 (98,7% dos não diabéticos. A intensidade da dor nos diabéticos foi de 8,91 versus 8,23 nos não diabéticos. O estudo mostrou semelhança na presença e intensidade da dor torácica entre pacientes diabéticos e não diabéticos acometidos de IAM.

  6. Knowledge of doctors and nurses on pain in patients undergoing craniotomy Conocimiento de médicos y enfermeros sobre dolor en pacientes sometidos a la craniotomia Conhecimento de médicos e enfermeiros sobre dor em pacientes submetidos à craniotomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo de Oliveira Ribeiro

    2012-12-01

    pacientes em pós-operatório de craniotomia, verificar métodos de avaliação da dor e identificar a existência de protocolos de analgesia. MÉTODO: este é um estudo transversal e analítico. A casuística constitui-se por 30 médicos e 30 enfermeiros. RESULTADOS: 83,3% dos enfermeiros era composto por mulheres, 63,3% conheciam escalas de dor e 16,6% afirmaram existir protocolos de analgesia. Quanto aos médicos, 60% pertenciam ao sexo masculino, 70% conheciam as escalas de dor, 3,3% possuíam especialização em tratamento da dor, 13,3% afirmaram existir protocolos de analgesia. CONCLUSÃO: o desconhecimento dos médicos e enfermeiros a respeito das escalas de avaliação e métodos de avaliação da dor revela a necessidade da criação de políticas institucionais sobre o controle da dor, uso de instrumentos de mensuração do fenômeno doloroso e protocolos de analgesia na instituição.

  7. Patients in treatment for chronic low back pain have higher externalised beliefs: a cross-sectional study Pacientes em tratamento da dor lombar crônica têm crenças mais externalizadas: um estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago H. Oliveira

    2012-02-01

    Full Text Available BACKGROUND: People with low back pain (LBP with higher levels of external locus of control have a poorer prognosis and require greater improvements from active interventions in order to consider these interventions worthwhile. Whether locus of control levels differ between participants with LBP in a patient-health provider relationship and those waiting for treatment is unclear. OBJECTIVE: The aim was to investigate if differences in locus of control exist between participants with non-specific chronic LBP being treated (treatment group and those waiting treatment (control group. METHODS: 100 participants (50 per group with low back symptoms for at least three months for the current episode of LBP and aged between 18 and 60 years were recruited. Multidimensional health locus of control questionnaire (MHLC was used to collect their beliefs. Multiple linear regression adjusted for disability was used to compare health locus of control between both groups. Differences were described as mean differences and 95% confidence intervals. RESULTS: Treatment group scored higher for external locus of control and lower for internal locus of control than control group. Mean differences (95% confidence intervals were 2.7 points on possible 30-points difference (0.5 to 4.8 for external locus of control and -2.8 points (-5.4 to -0.1 for internal subscale. CONCLUSION: Health locus of control was found to be different between treatment and control groups. Participants being treated had higher external locus of control and lower internal locus of control than control group.CONTEXTUALIZAÇÃO: Pessoas com dor lombar com altos níveis de lócus de controle externo têm piores prognósticos e necessitam de melhores intervenções ativas, uma vez que elas são consideradas mais valiosas. Se os níveis de lócus de controle diferem entre os participantes com dor lombar e aqueles que esperam o tratamento, a relação do atendimento-paciente não está clara. OBJETIVO

  8. As influências culturais na dor do paciente cirúrgico The cultural influence in the pain of surgical patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Silveira Pereira

    1998-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é identificar aspectos da influência da cultura na dor do paciente cirúrgico. O estudo teve a participação de 12 pacientes e a coleta de dados foi realizada através de entrevistas. A análise fundamentou-se em pressupostos da metodologia qualitativa. A influência cultural na dor do paciente cirúrgico é descrita por quatro categorias: os tipos de dor, a expectativa pela dor, o significado da dor e os comportamentos de reação à dor. O significado apreendido é de sofrimento e verbalizado através de metáforas. Considera-se a importância da compreensão cultural do fenômeno da dor pelo enfermeiro.The objective of this study was to describe the influence of culture on 12 surgical patients. The data was collected by interviews and the analysis was based on the framework of the qualitative methodology. The results showed four cathegories of influence: the type of pain, the expectancy by pain, the meaning of the pain and the pain management. The meaning apprehended is suffering and was verbalized by metaphors. The study considers the importance of the cultural comprehension about pain by the nurse.

  9. Análise dos registros de enfermagem sobre dor e analgesia em doentes hospitalizados Análise del registros de enfermería sobre el dolor y analgesia en pacientes internados Analyse nursing records on pain and analgesia of patients hospitalized

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yara Boaventura da Silva

    2003-06-01

    Full Text Available Estudo que analisou os registros de enfermagem sobre dor e analgesia em doentes internados em um hospital oncológico, de outubro a novembro de 1999, e os comparou ao relato dos doentes. Entrevistou-se 38 doentes com queixa dolorosa. O registro de enfermagem sobre a presença ou ausência de dor, ocorreu em 94,8% dos prontuários analisados. Ocorreu em 50% dos casos no período da manhã, em 79% à tarde e em 89% à noite. A caracterização da dor restringiu-se à descrição do local (71,1% e da intensidade (44,7%. Satisfação com analgesia foi relatada por 68,4% dos doentes. Cerca de 33% dos doentes relataram algum grau de insatisfação com analgesia.Estudio que analizó los registros de enfermería sobre el dolor y analgesia en pacientes internados en un hospital oncológico, de octubre a noviembre de 1999. Fueron entrevistados 38 pacientes con queja dolorosa. El registro de enfermería sobre la presencia o ausencia de dolor, ocurrió en el 94,8% de las historias clínicas analizadas. Fue identificado el 50% de los casos durante el período de la mañana, el 79% por la tarde y el 89% por la noche. La caracterización del dolor se restringió a la descripción del local (71,1% y de la intensidad (44,7%. La satisfacción con analgesia fue relatada por 68,4% de los pacientes y cerca de un tercio de los pacientes relataron algún grado de insatisfacción con analgesia.This study analyzed nursing records on pain and analgesia of patients admitted at a cancer treatment hospital, between October and November of 1999, and compared then to the patients reports. Thirty-eight patients that referred pain were interviewed and had their medical charts analyzed. Presence or lack of pain was documented in 94.8% of the charts. The distribution of this type of record throughout the day was: 50% in the morning, 79% in the afternoon, and 89% at night. Pain assessment was restricted to intensity (44.7% and location (71.1%. Sixty-eight percent of patients were

  10. Evaluation of microcurrent electrical nerve stimulation (MENS effectiveness on muscle pain in temporomandibular disorders patients Avaliação da efetividade da estimulação neural elétrica por microcorrente (MENS na dor muscular em pacientes com desordem temporomandibular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Renato Junqueira Zuim

    2006-01-01

    Full Text Available The effect of Microcurrent Electrical Nerve Stimulation (MENS was evaluated and compared with occlusal splint therapy in temporomandibular disorders (TMD patients with muscle pain. Twenty TMD patients were divided into four groups. One received occlusal splint therapy and MENS (I; other received splints and placebo MENS (II; the third, only MENS (III and the last group, placebo MENS (IV. Sensitivity derived from muscle palpation was evaluated using a visual analogue scale. Results were submitted to analysis of variance (pA efetividade da Estimulação Neural Elétrica por Microcorrente (MENS foi avaliada e comparada à terapia por Placas Oclusais em pacientes com desordens temporomandibulares (DTM de origem muscular. Vinte pacientes foram divididos em quatro grupos. Um recebeu a terapia por placas interoclusais e MENS (I; outro, placas e MENS placebo (II, o terceiro, somente MENS (III e o último grupo, MENS placebo (IV. Os resultados obtidos foram submetidos a uma análise de variância (p<0,05. Houve redução dos níveis de dor em todos os grupos: o grupo I (placas e MENS obteve uma taxa de redução de 47,7%; o grupo II (placa e MENS placebo, 66,7%; o grupo III (MENS, 49,7% e o grupo IV (MENS placebo, 16,5%. Apesar disso, não se verificaram diferenças estatisticamente significantes entre MENS e utilização de placas interoclusais em relação à diminuição de dor muscular em pacientes com DTMs após 4 semanas.

  11. Validade da escala hospitalar de ansiedade e depressão em pacientes com dor crônica Validez de la escala hospitalaria de ansiedad y depresión en pacientes con dolor crónico Validity of the hospital anxiety and depression scale in patients with chronic pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Moreira Cavalcante Castro

    2006-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Diversos estudos sugerem forte associação entre a ansiedade e a depressão com dor crônica, o que pode ser evidenciado pela utilização de escalas padronizadas para a detecção desses sintomas. O objetivo deste estudo foi estimar a sensibilidade e a especificidade da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD, em pacientes portadores de síndromes dolorosas crônicas acompanhados no Centro de Dor do Hospital Universitário Professor Edgard Santos. MÉTODO: Foi realizado um estudo descritivo transversal em pacientes que procuraram o Centro de Dor entre março de 2002 e julho de 2003, que constou de entrevistas utilizando a Escala HAD e o M.I.N.I. International Neuropsychiatric Interview Brazilian Version 5.0.0 (M.I.N.I. PLUS. RESULTADOS: Foram avaliados 91 pacientes. A utilização da HAD evidenciou que 61 pacientes (67% apresentaram ansiedade e 42 pacientes (46,2% apresentaram depressão. Os resultados da HAD mostraram que dos pacientes deprimidos, 38 (90,5% eram também ansiosos; enquanto dos ansiosos, 38 (62,3% também estavam deprimidos, sendo esta uma associação considerada como significativa pela análise estatística (p JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Diversos estudios sugieren una fuerte asociación entre la ansiedad y la depresión con dolor crónico, lo que puede ser evidenciado por la utilización de escalas estandarizadas para la detección de esos síntomas. El objetivo de este estudio fue el de estimar la sensibilidad y la especificidad de la Escala Hospitalaria de Ansiedad y Depresión (HAD, en pacientes portadores de síndromes dolorosos crónicos con seguimiento por parte del Centro de Dolor del Hospital Universitario Profesor Edgard Santos. MÉTODO: Fue realizado un estudio descriptivo transversal en pacientes que se personaron en el Centro de dolor entre marzo de 2002 y julio de 2003, que constó de entrevistas utilizando la Escala HAD y el M.I.N.I International Neuropsychiatric Interview

  12. Fisioterapia no tratamento da dor orofacial de pacientes com disfunção temporomandibular crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Franco

    2011-03-01

    Full Text Available Estudos recentes têm demonstrado resultados consistentes com o uso das terapias físicas nos casos de dor e limitação de movimentos em Disfunção Temporomandibular (DTM. Dessa forma, nosso objetivo foi avaliar o efeito de dez sessões de fisioterapia, exercícios e laserterapia no tratamento da dor muscular e da artralgia em uma mulher com DTM. O alívio médio dos sintomas dolorosos obtidos por sessão foi de 20%, atingindo valor zero nas últimas semanas e mantendo-se estável por 60 dias após o término do tratamento. Os resultados demonstraram que o protocolo de tratamento utilizado foi efetivo no alívio da dor da região articular, assim como da tensão do músculo masseter, levando a paciente a reduzir a ingestão de medicamentos para controle da dor. Entretanto, estudos adicionais são necessários para se definir com maior precisão o efeito de outros programas de fisioterapia, assim como sua interação com as demais modalidades de tratamento.

  13. PAPEL DAS POLIAMINAS PERIFÉRICAS NO DESENVOLVIMENTO DA DOR INFLAMATÓRIA EM RATOS

    OpenAIRE

    2010-01-01

    Poliaminas (putrescina, espermidina e espermina) são aminas alifáticas produzidas pela ação da ornitina descarboxilase (ODC), enzima limitante e proteína quinase C (PKC), passo regulatório da síntese de poliaminas. Desde que níveis elevados de poliaminas foram encontrados no fluído sinovial em pacientes com artrite, o objetivo do presente estudo foi investigar a produção de poliaminas perifericamente em modelo de dor inflamatória induzido por CFA. A injeção subcutânea do adjuvante compl...

  14. Estimulação elétrica nervosa transcutânea no alívio da dor pós-operatória relacionada com procedimentos fisioterapêuticos em pacientes submetidos a intervenções cirúrgicas abdominais

    OpenAIRE

    Tonella,Rodrigo Marques; Araújo,Sebastião; Silva, Áurea Maria Oliveira da

    2006-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A eletroestimulação nervosa transcutânea (TENS) tem sido pouco estudada como método facilitador da fisioterapia pós-operatória. O objetivo do estudo foi verificar a eficácia da TENS no alívio da dor relacionada com fisioterapia pós-operatória em pacientes submetidos a intervenções cirúrgicas abdominais. MÉTODO: Foi realizado um estudo clínico, prospectivo, com distribuição aleatória, incluindo 48 pacientes no primeiro dia de pós-operatório, que apresentavam escore d...

  15. Protocolo de Biofeedback para pacientes com dor muscular na região orofacial por apertamento dental parafuncional

    OpenAIRE

    Medeiros, Cyntia Galvão Gomes de

    2010-01-01

    O apertamento dental parafuncional ou bruxismo pode estar relacionado a quadros clínicos de Desordem Temporomandibular (DTM), representando um fator etiológico e de manutenção desta. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um protocolo de terapia de miofeedback e avaliar a sua aplicação em portadores de dor orofacial de origem muscular desencadeada por apertamento dental parafuncional. Foram selecionados 10 pacientes do gênero feminino que foram submetidos à anamnese, exame clínico intra e ...

  16. Efeitos da titulação de doses no perfil de tolerabilidade de Tramadol de liberação prolongada* em pacientes com dor crônica não-oncológica Effects of dose titration on the tolerability profile of sutained-release Tramadol in patients with non-oncologic chronic pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Camargo Amaral Filho

    2003-12-01

    Full Text Available Este estudo multicêntrico teve por objetivo comparar os efeitos de dois esquemas posológicos no perfil de tolerabilidade do tramadol de liberação prolongada em pacientes com dor crônica não-oncológica. A casuística envolveu 189 pacientes com idade entre 14 e 75 anos, divididos em 2 grupos aleatoriamente: grupo A com 96 e o grupo B com 93 pacientes que receberam a medicação do estudo por 15 dias. O grupo A utilizou uma dose inicial de tramadol de liberação prolongada de 50mg a cada 12 horas por 3 a 7 dias, passando para uma dose de manutenção de 100mg a cada 12 horas até o 15º dia. O grupo B fez uso de uma dose padronizada de 100mg a cada 12 horas de tramadol de liberação prolongada durante os 15 dias do estudo. Os aspectos analisados foram o tipo de dor crônica não-oncológica, a intensidade da dor através da escala visual analógica, a aderência ao tratamento prescrito, a necessidade do uso da medicação de resgate, os efeitos adversos, a avaliação global da eficácia pelo médico e pelo paciente, bem como a tolerabilidade global na opinião do médico e do paciente. A dor de origem músculo-esquelética, definida como dor muscular com suas inserções no osso, foi a mais freqüente com 45,8% dos casos no grupo A, enquanto a dor osteoarticular foi a mais observada no grupo B (47,3%. Verificou-se uma melhora altamente significante tanto intra grupos como entre grupos, quanto à intensidade da dor, com redução de 67% em ambos os grupos. No grupo A, 77,1% dos pacientes cumpriram adequadamente o tratamento prescrito e no grupo B, a proporção foi de 75,3%, não havendo diferença estatisticamente significativa entre os grupos. Os grupos foram semelhantes entre si quanto à utilização da medicação de resgate, onde apenas 9,7% dos pacientes do grupo A e 15,1% do grupo B necessitaram-na durante o período do estudo. Não houve diferença significante na freqüência de eventos adversos nos dois grupos ( 30,2% e 36

  17. Citocinas pró-inflamatórias em pacientes com dor neuropática submetidos a tratamento com Tramadol Interleucinas proinflamatorias en pacientes con dolor neuropático sometidos a tratamiento con Tramadol Proinflammatory cytokines in patients with neuropathic pain treated with Tramadol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Durval Campos Kraychete

    2009-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As citocinas pró-inflamatórias têm função importante na fisiopatologia das síndromes dolorosas neuropáticas. O objetivo desse estudo foi avaliar os níveis plasmáticos de citocinas pró-inflamatórias antes e após o tratamento com tramadol em pacientes com hérnia discal e síndrome do túnel do carpo e compará-los com indivíduos normais. MÉTODO: Investigou-se 38 pacientes com dor neuropática por hérnia discal ou síndrome do túnel do carpo. Todos os pacientes foram tratados com tramadol de liberação controlada (100 mg em 12h durante 10 dias. Realizaram-se coletas de sangue venoso (5 mL, no período matutino, antes do tratamento e no 11º dia e as amostras foram armazenadas até análise (-70ºC. Foram utilizados testes enzimáticos ELISA para dosagem de citocinas plasmáticas (TNF-±, IL-1, IL-6 e receptores sTNF-R1, (R & D Systems. Realizou-se dosagem de citocinas em soro de 10 voluntários sadios. RESULTADOS: A concentração de TNF-± antes (5,8 ± 2,8 pg.mL-1 foi significativamente maior que após o tramadol (4,8 ± 2,1 pg.mL-1; p = 0,04, Teste Mann-Whitney. Não houve diferença significativa de IL-1², IL-6 e sTNF-R1 antes e após o tratamento. As concentrações plasmáticas de TNF-± (sadios: 1,4 ± 0,5; pacientes com dor: 5,8 ± 2,8 pg.mL-1; p = 0.01 e IL-6 (sadios: 1,2 ± 0,8; pacientes com dor: 3,5 ± 2,6 pg.mL-1; p = 0,01 foram significativamente maiores nos pacientes com dor neuropática que nos voluntários, Teste de Mann-Whitney. CONCLUSÕES: Nos pacientes com hérnia discal e síndrome do túnel do carpo as concentrações plasmáticas de TNF-± e IL-6 foram maiores que em voluntários sadios, não havendo diferença das concentrações de sTNF-R e IL-1². Houve redução da concentração plasmática de TNF-± após tratamento com tramadol (100 mg em 12h, mas não de IL-6, sTNF-R e IL-1².JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las interleucinas proinflamatorias tienen una función importante en

  18. Tratamento da dor em queimados Tratamiento del dolor en quemados Pain management in burn patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo José Alencar de Castro

    2013-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apesar dos avanços, ainda é observado manejo analgésico inadequado dos pacientes com queimaduras. O objetivo desta revisão foi coletar dados sobre tratamento da dor em queimados. CONTEÚDO: Foi feita revisão sobre os mecanismos de dor, avaliação do paciente com queimadura e o tratamento farmacológico e não farmacológico. CONCLUSÕES: O manejo da dor em pacientes vítimas de queimaduras ainda é um desafio por parte da equipe multiprofissional. A avaliação frequente e contínua da resposta apresentada pelo paciente é muito importante, tendo em vista os vários momentos por que passa o paciente internado em decorrência de uma queimadura, além de uma terapêutica combinada com medicações analgésicas e medidas não farmacológicas. Entender a complexidade de alterações fisiopatológicas, psicológicas e bioquímicas apresentadas por um paciente em tratamento de queimadura é o primeiro passo para alcançar o sucesso no seu manejo analgésico.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Pese a los progresos alcanzados, todavía se observa un manejo analgésico inadecuado de los pacientes con quemaduras. El objetivo de esta revisión, fue la recolección de datos sobre el tratamiento del dolor en pacientes quemados. CONTENIDO: Se efectuó una revisión sobre los mecanismos de dolor, evaluación del paciente con quemadura, y el tratamiento farmacológico y no farmacológico. CONCLUSIONES: El manejo del dolor en los pacientes víctimas de quemaduras todavía es un reto por parte del equipo multiprofesional. La evaluación frecuente y continua de la respuesta presentada por el paciente es muy importante, teniendo en cuenta los diversos momentos por los que pasa el paciente ingresado en razón de una quemadura, además de una terapéutica combinada con medicaciones analgésicas y con medidas no farmacológicas. Entender la complejidad de las alteraciones fisiopatológicas, psicológicas y bioquímicas presentadas por un

  19. O médico e a dor: aspectos da prescrição de analgésicos para pacientes internados no pós-operatório do Conjunto Hospitalar de Sorocaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roberto Pretel Pereira Job

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: O trauma advindo do ato operatório implica em alterações fisiológicas e emocionais. Quando não aliviada, a dor no pós-operatório pode afetar os sistemas pulmonar, cardiovascular, gastrointestinal, endócrino e imunológico, sendo dessa forma prejudicial ao paciente e influenciar negativamente na recuperação do mesmo. O controle da dor e o alívio do sofrimento são responsabilidade do profissional da área de saúde. Objetivos: comparar a intensidade da dor referida por pacientes do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, se há alteração da intensidade de dor durante o pós-operatório, avaliar o tratamento prescrito para aliviar essa dor, além de avaliar a influência da dor em atividades cotidianas como, o sono e o humor. Metodologia: Foi aplicado o questionário do Inventário da Dor de Wisconsin adaptado nas primeiras 24 horas e nas 72 horas do evento cirúrgico a 120 pacientes de ambos os sexos, maiores de 18 anos, internados no pós-operatório imediato de cirurgias, no CHS. Resultados: Houve significância no caso da percepção da dor mais forte sentida em pacientes que passaram por cirurgia no abdome, e no caso da percepção da dor mais fraca sentida em pacientes de cirurgias em membros inferiores. A percepção em ambos os casos diminuiu, do 1o para o 3o dia de pós-operatório. Conclusão: o tratamento não é totalmente efetivo, pois o ideal seria que a percepção da dor diminuísse em cirurgias de todas as áreas do corpo, e nos três tipos de dor (no momento, mais forte e mais fraca.

  20. Estudo comparativo entre os métodos Pilates no solo e Water Pilates na qualidade de vida e dor de pacientes com lombalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Behring Bianchi

    2016-10-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a eficácia dos métodos Pilates solo e Water Pilates, na qualidade de vida e dor de pacientes com lombalgia. Método: foram incluídos 20 pacientes do sexo feminino, com idade entre 18 a 25 anos, que apresentavam queixa de dor na região lombar. As participantes foram avaliadas, antes e após os protocolos de tratamento, em relação à qualidade de vida, pelo questionário Short Forms Health Survey (SF-36, e dor, pela Escala Visual Analógica (EVA. A amostra foi dividida aleatoriamente em dois grupos: Pilates Solo (PS e Water Pilates (WP. Cada grupo realizou dez sessões de tratamento, com frequência de duas vezes semanais e com duração de 40 minutos por sessão. Para a descrição dos dados foi utilizado média, desvio padrão, mínimo e máximo. Para comparar as variáveis inicias e finais foi utilizado o teste pareado de Wilcoxon e para comparação entre os dois grupos foi utilizado o teste de Mann-Whitney. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: ao comparar as avaliações iniciais e finais no grupo PS, foi observado aumento estatisticamente significativo nos domínios capacidade funcional (p=0,015, dor (p=0,025 e saúde mental (p=0,012 do questionário de qualidade de vida. Já, ao comparar as avaliações iniciais e finais no grupo WP, ficou evidenciado aumento estatisticamente significativo nos domínios capacidade funcional (p=0,012, aspectos físicos (p=0,023, dor (p=0,012, vitalidade (p=0,008 e aspectos sociais (p=0,033. Em relação à variável dor pela EVA, também foi observada diminuição significativa em ambos os grupos (p=0,005. Na comparação dos resultados finais obtidos nos dois grupos não foi observada diferença estatisticamente significante em nenhuma das variáveis (p>0,05. Considerações finais: ambos os métodos Pilates solo e Water Pilates são eficazes para melhora da qualidade de vida e redução da dor de pacientes com lombalgia.

  1. A efetividade do Qigong associado à cinesioterapia no alívio da dor lombar crônica em adultos

    OpenAIRE

    SILVA, Sheila Aparecida da

    2016-01-01

    A dor lombar (DL) configura-se como problema de saúde pública. Acomete adultos em idade produtiva e é uma das maiores causas de absenteísmo no cenário mundial e nacional. Pode ser classificada em aguda (sinal de alerta, dor nociceptiva) ou crônica (DLC - dor neuropática ou sensibilização central) quando tem duração superior a três meses. Vários países investem milhões de dólares no tratamento de pacientes com esse diagnóstico. Apesar dos altos custos em investimentos em vários países, no trat...

  2. Estudo prospectivo de pacientes pediátricos com dor abdominal crônica Prospective study of infants with chronic abdominal pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Kores Dorsa

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Classificar a dor abdominal crônica em crianças e adolescentes por meio dos critérios de Roma II e definir o desfecho diagnóstico em três anos de seguimento. MÉTODOS: Durante um ano, 71 pacientes com dor abdominal crônica foram atendidos como casos novos num ambulatório terciário de gastroenterologia pediátrica. Causas orgânicas foram excluídas por bases clínicas e laboratoriais, e relatos clínicos foram avaliados especificamente quanto à possibilidade de preencherem os Critérios de Roma II para dor abdominal em crianças. Para estabelecer o diagnóstico definitivo, os pacientes foram seguidos por três anos, em média. RESULTADOS: A alocação dos 71 pacientes segundo Roma II foi: doença orgânica (n=12, remissão dos sintomas após a primeira consulta (n=7, ou preencheram os critérios para dor funcional (n=52. Dos 12 pacientes de doença orgânica, nove foram diagnosticados como intolerantes à lactose, mas foram re-alocados para doença funcional no seguimento, visto que a dieta de isenção não aliviou a queixa. Dos 52 pacientes com doença funcional (idade mediana=9,3 anos, 50% meninos, nove, que inicialmente preencheram o critério para dor abdominal funcional, foram re-alocados no diagnóstico de constipação funcional e 43 mantiveram o diagnóstico funcional: 24 com dispepsia funcional, 18 com dor abdominal funcional e um com síndrome do intestino irritável. CONCLUSÕES: Dentre os casos de dor abdominal crônica, a dor do tipo funcional foi mais comum que as causas orgânicas e, dentre os seus subgrupos, a dispepsia funcional foi mais freqüente. O seguimento em longo prazo permitiu estabelecer o diagnóstico definitivo da origem da dor abdominal nessas crianças.OBJECTIVE: To classify chronic abdominal pain in children and adolescents, according to Rome II criteria and to define diagnosis outcome in a three-year follow-up period. METHODS: During one year, 71 consecutive new patients with abdominal pain

  3. O cuidado do paciente oncológico com dor crônica na ótica do enfermeiro

    OpenAIRE

    Silva,Lili Marlene Hofstätter da; Zago,Márcia Maria Fontão

    2001-01-01

    O objetivo deste estudo foi identificar como o enfermeiro interpreta o cuidado com o paciente oncológico com dor crônica. O estudo foi desenvolvido com oito enfermeiros de uma instituição hospitalar. Os dados foram coletados por entrevistas semi-estruturadas e na análise identificamos três categorias analíticas: a avaliação da dor crônica do paciente oncológico, a importância do cuidado multidisciplinar e as dificuldades para o cuidado do paciente. Os resultados mostram que os enfermeiros têm...

  4. La experiencia de sufrimiento en cuidadores principales de pacientes con dolor oncológico y no oncológico A experiência de sofrimento em cuidadores principais de pacientes com dor oncológica e não oncológica The experience of suffering in main care takers of patients with cancer-pain and non-cancer pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALICIA KRIKORIAN D

    2010-06-01

    Full Text Available El objetivo de la investigación es describir la experiencia de sufrimiento de los cuidadores informales de pacientes con dolor oncológico y no oncológico de tres instituciones de salud de Medellín. Es una investigación cualitativa de tipo fenomenológico. La muestra estuvo conformada por 16 cuidadores de pacientes con dolor oncológico y no oncológico. La información se recolectó a través de una entrevista semiestructurada y se cuantificó el nivel de sufrimiento por medio del termómetro emocional como complemento al enfoque cualitativo. Los datos obtenidos se analizaron por medio de categorías y perfiles previamente definidos, lo cual dio cuenta del significado, el nivel y los factores de sufrimiento más comunes en los cuidadores entrevistados. Los resultados evidenciaron que la mayoría de los cuidadores experimentaron altos niveles de sufrimiento. Reportaron sentimientos de tristeza y satisfacción contradictoriamente. En la esfera cognitiva, asociaron el sufrimiento con dolor y con el hacer bien su actividad; y en el área conductual, refirieron que el sufrimiento se relacionaba con la dificultad para el control de los síntomas físicos del paciente, y con el aplazamiento de actividades propias de su vida. En conclusión, el apoyo psicosocial recibido por los cuidadores no fue percibido como factor protector para la disminución del sufrimiento; el tipo de dolor estaba relacionado con la experiencia de sufrimiento y el rol de cuidadores, quienes en su mayoría eran mujeres cuidadoras de pacientes con dolor oncológico. Los cuidadores entrevistados estaban en riesgo de presentar Burnout debido a las múltiples demandas propias de su rol.A pesquisa visa descrever a experiência de sofrimentos dos cuidadores informais de pacientes com oncológica e não oncológica em três instituições de saúde em Medellín. É uma pesquisa qualitativa de tipo fenomenológico. A amostra esteve conformada por 16 cuidadores de pacientes com dor

  5. The experience of suffering in main care takers of patients with cancer-pain and non-cancer pain La experiencia de sufrimiento en cuidadores principales de pacientes con dolor oncológico y no oncológico A experiência de sofrimento em cuidadores principais de pacientes com dor oncológica e não oncológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PALACIO G CAROLINA

    2010-04-01

    és de una entrevista semiestructurada y se cuantificó el nivel de sufrimiento por medio del termómetro emocional como complemento al enfoque cualitativo. Los datos obtenidos se analizaron por medio de categorías y perfiles previamente definidos, lo cual dio cuenta del significado, el nivel y los factores de sufrimiento más comunes en los cuidadores entrevistados. Los resultados evidenciaron que la mayoría de los cuidadores experimentaron altos niveles de sufrimiento. Reportaron sentimientos de tristeza y satisfacción contradictoriamente. En la esfera cognitiva, asociaron el sufrimiento con dolor y con el hacer bien su actividad; y en el área conductual, refirieron que el sufrimiento se relacionaba con la dificultad para el control de los síntomas físicos del paciente, y con el aplazamiento de actividades propias de su vida. En conclusión, el apoyo psicosocial recibido por los cuidadores no fue percibido como factor protector para la disminución del sufrimiento; el tipo de dolor estaba relacionado con la experiencia de sufrimiento y el rol de cuidadores, quienes en su mayoría eran mujeres cuidadoras de pacientes con dolor oncológico. Los cuidadores entrevistados estaban en riesgo de presentar Burnout debido a las múltiples demandas propias de su rol.A pesquisa visa descrever a experiência de sofrimentos dos cuidadores informais de pacientes com oncológica e não oncológica em três instituições de saúde em Medellín. É uma pesquisa qualitativa de tipo fenomenológico. A amostra esteve conformada por 16 cuidadores de pacientes com dor oncológica e não oncológica. A informação foi coletada através de uma entrevista semi-estruturada e se quantificou o nível de sofrimento por meio do termômetro emocional como complemento à abordagem qualitativa. Os dados obtidos foram analisados mediante categorias e perfis previamente definidos que dão conta do significado, do nível e dos fatores de sofrimento mais comuns nos cuidadores entrevistados. Os

  6. Dor pós-operatória em craniotomia Dolor posoperatorio en craneotomía Postoperative pain in craniotomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Ungaro Peón

    2005-08-01

    Full Text Available No pós-operatório, 47 a 75% dos pacientes relatam algum grau de dor. O objetivo deste trabalho foi avaliar a dor no pré e pós-operatório de pacientes submetidos a craniotomia. Estudo prospectivo, realizado na unidade de neurocirurgia do Hospital São Paulo. Para avaliação quantitativa de dor, foi utilizada a escala numérica verbal, graduada de 0 a 10. Foram avaliados 40 pacientes, com idade mediana de 36 anos. No pré-operatório, 34 (85% pacientes relataram cefaléia como a principal causa de dor. No pós-operatório, 37 (93% pacientes queixaram-se de dor e 3 (7% pacientes referiram ausência de dor. O pico da dor foi observado no 2º pós-operatório, quando 16 (40% dos pacientes referiram dor intensa e 11 (28% queixaram-se de dor moderada. Ausência de dor intensa ocorreu após 6º pós-operatório. Concluí-se que há necessidade de protocolos de analgesia em craniotomia, como treinamento para os enfermeiros para melhor avaliação e manejo da dor.En el periodo postoperatorio, entre el 47% y el 75% de los pacientes relatan algún grado de dolor. Los objetivos de este trabajo fueron evaluar el dolor en el pre y postoperatorio de pacientes sometidos a craneotomía. Este estudio prospectivo fue realizado en la unidad de neurocirugía del Hospital São Paulo, Brasil. Para una evaluación cuantitativa del dolor se utilizó la escala numérica verbal graduada de 0 a 10. Fueron evaluados 40 pacientes con edad mediana de 36 años. En el preoperatorio 34 (85% pacientes, reportaran cefalea como la principal causa del dolor. En el postoperatorio, 37 (93% pacientes se quejaron de dolor, mientras 3 (7% pacientes indicaron ausencia de dolor. El pico de dolor fue observado en el segundo día postoperatorio, cuando 12 (32% pacientes reportaron dolor grave y 10 (27% moderado. La ausencia de dolor grave ocurrió después del 8º día postoperatorio. Se concluyó que son necesarios protocolos de analgesia en craneotomía, tales como el entrenamiento de

  7. A dor pós-operatória como contribuinte do prejuízo na função pulmonar em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca Postoperative pain as a contributor to pulmonary function impairment in patients submitted to heart surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Mecca Giacomazzi

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a dor em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca por esternotomia, verificando a localização e a intensidade da dor durante o período de internação. Também sua influência na função pulmonar e sua correlação com as características do indivíduo e do procedimento cirúrgico. MÉTODO: A amostra foi composta de 30 indivíduos, nos quais foi avaliada a função pulmonar pré-operatória por espirometria e inspirometria de incentivo. Acompanharam-se os pacientes no pós-operatório, por meio de protocolo com informações da cirurgia, função pulmonar e um protocolo de avaliação álgica (escala análoga visual e desenho do corpo humano. Utilizou-se estatística descritiva, o teste de Mann-Whitney e a correlação Spearman. RESULTADOS: A revascularização do miocárdio foi a cirurgia mais freqüente. A intensidade da dor no período de pós-operatório foi moderada e localizava-se inicialmente na esternotomia, persistindo até o 5º pós-operatório. O volume inspiratório máximo teve relação significativa com a dor (r= -0,277; pOBJECTIVE: To evaluate the pain in patients submitted to heart surgery using sternotomy, verifying the location and intensity of pain during the hospitalization period. A second aim was to evaluate its influence on the pulmonary function and its correlation with the characteristics of the individual and the surgical procedure. METHOD: The series was composed of 30 individuals with the preoperative pulmonary function assessed by spirometry and incentive spirometry. Patients were followed in the postoperative period using a protocol with information on the surgery and the pulmonary function and a protocol for pain evaluation (visual analogue scale and body picture. Descriptive statistics, Mann-Whitney test and Spearman correlation were used for statistical analysis. RESULTS: Coronary artery bypass surgery was the most frequent surgery. The pain intensity in the postoperative period was

  8. EFEITO DA ACUPUNTURA SISTÊMICA NA INTENSIDADE DA DOR DE PACIENTES COM CERVICALGIA

    OpenAIRE

    Rios Passos Alves, Aryanna Kelly Carneiro; Graduanda em Fisioterapia- UNIVAP; Ferreira da Silva, Roseli Aparecida; Graduanda em Fisioterapia- UNIVAP; Bastos Licurci, Maria das Graças; Mestre em Ciências da Saúde- Univap e docente da Univap; de Almeida Fagundes, Alessandra; Mestre em Ciências da Saúde- Univap e docente da Univap

    2013-01-01

    Dor é uma qualidade sensorial complexa, puramente subjetiva, difícil de ser definida, descrita ou interpretada. É um mecanismo de proteção do corpo, ocorre sempre que qualquer tecido estiver sendo lesado. As dores cervicais afetam 30% de homens e 43% de mulheres em algum momento de suas vidas. Para o alívio da cervicalgia existem evidências de que a acupuntura é efetiva através de sua técnica em estimular pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equilíbrio, alcançando, assim...

  9. Iatrogenia em pacientes idosos hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho-Filho Eurico T.

    1998-01-01

    Full Text Available Analisar as complicações iatrogênicas apresentadas por idosos hospitalizados. Estudo retrospectivo dos prontuários de 96 pacientes, 48 do sexo masculino e 48 do feminino, com idades variando de 60 a 93 anos (média: 75,7 anos, hospitalizados durante o ano de 1995 em enfermaria geriátrica. A análise da evolução dos pacientes durante o período de hospitalização permitiu evidenciar: 1 em 42 (43,7% pacientes ocorreram uma ou mais complicações iatrogênicas, num total de 56 episódios; 2 manifestações relacionadas aos procedimentos diagnósticos corresponderam a 17,9% das iatrogenias; 3 alterações relacionadas às medidas terapêuticas corresponderam a 58,9%, sendo 32,1% referentes à terapêutica farmacológica e 26,8% a outros procedimentos terapêuticos; 4 manifestações iatrogênicas não relacionadas diretamente às afecções (úlceras de decúbito, quedas e fraturas corresponderam a 23,2%; 5 a presença de manifestações iatrogênicas correlacionou-se com período mais prolongado de internação; 6 cinco pacientes faleceram em conseqüência direta de complicações iatrogênicas. A iatrogenia é freqüente em pacientes idosos hospitalizados, podendo determinar manifestações graves e mesmo fatais. Como uma significativa proporção dessas complicações pode ser evitada através de medidas adequadas, deve-se procurar identificar suas causas e desenvolver métodos para previni-la ou reduzir seus efeitos.

  10. Iatrogenia em pacientes idosos hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eurico T. Carvalho-Filho

    1998-02-01

    Full Text Available Analisar as complicações iatrogênicas apresentadas por idosos hospitalizados. Estudo retrospectivo dos prontuários de 96 pacientes, 48 do sexo masculino e 48 do feminino, com idades variando de 60 a 93 anos (média: 75,7 anos, hospitalizados durante o ano de 1995 em enfermaria geriátrica. A análise da evolução dos pacientes durante o período de hospitalização permitiu evidenciar: 1 em 42 (43,7% pacientes ocorreram uma ou mais complicações iatrogênicas, num total de 56 episódios; 2 manifestações relacionadas aos procedimentos diagnósticos corresponderam a 17,9% das iatrogenias; 3 alterações relacionadas às medidas terapêuticas corresponderam a 58,9%, sendo 32,1% referentes à terapêutica farmacológica e 26,8% a outros procedimentos terapêuticos; 4 manifestações iatrogênicas não relacionadas diretamente às afecções (úlceras de decúbito, quedas e fraturas corresponderam a 23,2%; 5 a presença de manifestações iatrogênicas correlacionou-se com período mais prolongado de internação; 6 cinco pacientes faleceram em conseqüência direta de complicações iatrogênicas. A iatrogenia é freqüente em pacientes idosos hospitalizados, podendo determinar manifestações graves e mesmo fatais. Como uma significativa proporção dessas complicações pode ser evitada através de medidas adequadas, deve-se procurar identificar suas causas e desenvolver métodos para previni-la ou reduzir seus efeitos.

  11. Estudo da prevalência de cefaléias primárias e da sua associação com a dor orofacial em pacientes com disfunção temporomandibular crônica

    OpenAIRE

    Franco, Ana Lúcia [UNESP

    2009-01-01

    Disfunção temporomandibular (DTM) é um termo coletivo para os problemas clínicos que envolvem a musculatura da mastigação, articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas. A cefaléia é um sintoma que aparece freqüentemente associado à DTM. Estudos epidemiológicos indicam forte associação entre dor de cabeça e DTM, porém essa interação ainda é passível de discussões. O objetivo do presente estudo foi investigar a prevalência de cefaléias primárias e sua associação com a dor orofaci...

  12. Impacto dos exercícios na capacidade funcional e dor em pacientes com osteoartrite de joelhos: ensaio clínico randomizado Impact of exercise on the functional capacity and pain of patients with knee osteoarthritis: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Mizusaki Imoto de Oliveira

    2012-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A fraqueza muscular, especialmente do quadríceps, é uma das principais repercussões osteomusculares da osteoartrite de joelho, e os exercícios são considerados uma das principais intervenções no tratamento conservador da doença. OBJETIVO: Avaliar o efeito do fortalecimento do quadríceps femural na capacidade funcional e nos sintomas relacionados à osteoartrite de joelho utilizando o teste Timed Up and Go (TUG, o questionário Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC e o Índice de Lequesne. MÉTODOS: Foram randomizados 100 pacientes, divididos em dois grupos: 1 Grupo Exercício (n = 50, o qual incluiu bicicleta estacionária, alongamento dos músculos isquiotibiais e fortalecimento do músculo quadríceps, e 2 Grupo Orientação (n = 50, que recebeu um manual de orientações a fim de descrever a osteoartrite de joelho e instruir os pacientes a como ajustar o dia a dia de acordo com os sintomas. Os pacientes foram informados sobre os sinais e sintomas da doença e os cuidados durante as atividades de vida diária. O manual não incluiu orientação de exercícios. RESULTADOS: O Grupo Exercício apresentou melhora estatisticamente significante no teste TUG, nos aspectos dor, função e rigidez do questionário WOMAC e no índice Lequesne, quando comparado ao Grupo Orientação. CONCLUSÃO: Exercícios para fortalecimento do quadríceps com duração de oito semanas são efetivos na melhora de dor, função e rigidez em pacientes com osteoartrite de joelho.BACKGROUND: Muscle weakness, especially of the quadriceps muscle, is one of the major musculoskeletal effects of knee osteoarthritis. Exercises are considered one of the main interventions in the conservative treatment of those patients. OBJECTIVE: To assess the effectiveness of quadriceps strengthening exercises on functional capacity and symptoms related of knee osteoarthritis by use of the Timed Up and Go test (TUG, the Western Ontario and

  13. Uso do MMPI (minnesota multiphasic personality inventory na avaliação de pacientes com síndrome de dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Li Shih Min

    1991-12-01

    Full Text Available Utilizou-se o MMPI na avaliação de perfil da personalidade de 25 pacientes com síndrome de dor crônica. Evidenciaram-se em 64% dos pacientes alterações nas escalas 1. 2, 3. O teste mostrou-se adequado para a avaliação dos pacientes, oferecendo padronização e visualização objetiva do envolvimento psíquico. O teste pode ser útil também na avaliação do prognóstico de intervenções psicoterápicas e cirúrgicas.

  14. O USO DO ETORICOXIBE OU DE DEXAMETASONA PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DOR PÓS OPERATÓRIA EM CIRURGIAS MUCOGENGIVAIS

    OpenAIRE

    2012-01-01

    O objetivo deste estudo foi comparar o uso do etoricoxibe e dexametasona na prevenção e controle da dor pós-operatória em cirurgias mucogengivais. Tomaram parte deste ensaio clínico randomizado paralelo duplo cego, 58 pacientes da Clínica de Periodontia do curso de graduação em Odontologia. Foram incluídos no estudo pacientes que apresentaram pelo menos uma área com indicação para cirurgia mucogengival, largura e espessura estreita de mucosa ceratinizada, freios com inserção muito próxima a m...

  15. Relação entre flexibilidade e dor em idosos ativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Hauser

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo foi verificar a relação entre a flexibilidade e a dor em idosos ativos. Amostra composta por 12 homens (75,5±5,23 (GH e 57 mulheres (67,95± 8.0 (GM. Para avaliar a flexibilidade: “sentado e alcançar” (FLEXMI e “alcançar atrás das costas” (FLEXMS, para a avaliação da dor: o domínio DOR do questionário SF-36. A análise estatística indicou correlação significativa positiva entre a FLEXMI (p=0,009 e FLEXMS (p=0,003 com o domínio DOR no GM. Quanto maior a flexibilidade, menor é a dor.

  16. Efetividade do Toque Terapêutico sobre a dor, depressão e sono em pacientes com dor crônica: ensaio clínico Efectividad del Toque Terapéutico en dolor, depresión y sueño en pacientes con dolor crónica: ensayo clínico The effectiveness of Therapeutic Touch on pain, depression and sleep in patients with chronic pain: clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilda Estefani Ribeiro Marta

    2010-12-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo verificar a efetividade do Toque Terapêutico na diminuição da intensidade da dor, escores de auto-avaliação de depressão e melhora da qualidade do sono. Consiste em um ensaio clínico do tipo antes e depois, realizado com 30 idosos com dor crônica não-oncológica que receberam 8 sessões de Toque Terapêutico Método Krieger-Kunz na Unidade Básica de Saúde de Fernandópolis (SP, Brasil. A Escala Analógica Visual para dor foi aplicada antes e após cada sessão, o Inventário de Depressão de Beck e o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, antes da primeira e após a última. A análise dos dados demonstrou diminuição significativa (pEste estudio tuvo como objetivo verificar la efectividad del Tacto Terapéutico en la disminución de la intensidad del dolor, puntajes de autoevaluación de depresión y mejora de la calidad del sueño. Consistió en un ensayo clínico del tipo antes y después, realizado en una Unidad Básica de Salud de Fernandópolis - SP - Brasil, con 30 ancianos con dolor crónico no oncológico que recibieron 8 sesiones de Tacto Terapéutico Método Krieger-Kunz. La Escala Analógica Visual para dolor fue aplicada antes y después de cada sesión, el Inventario de Depresión de Beck y el Índice de Calidad del Sueño de Pittsburgh antes de la primera y luego de la última. El análisis de los datos demostró una disminución significativa (pThis research aimed to check the effectiveness of Therapeutic Touch on decreased pain intensity, depression self-assessment scores and improved sleep quality. A clinical before-after trial is presented. The study was carried out at a Basic Health Unit in Fernandópolis, SP-Brazil, involving 30 elderly patients with chronic non-oncologic pain who received 8 sessions of Therapeutic Touch in accordance with the Krieger-Kunz method. The Visual Analogue Scale for pain was applied before and after each session, and Beck Depression Inventory and the

  17. Concurrent validity of the pressure biofeedback unit and surface electromyography in measuring transversus abdominis muscle activity in patients with chronic nonspecific low back pain Validade concorrente da unidade de biofeedback pressórico e eletromiografia de superfície na mensuração da atividade muscular do transverso abdominal em pacientes com dor lombar crônica inespecífica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro O. P. Lima

    2012-10-01

    Full Text Available BACKGROUND: The Pressure biofeedback unit (PBU is an assessment tool used in clinical practice and research aimed to indirectly analyze the transversus abdominis (TrA muscle activity. The concurrent validity of the PBU in a clinically relevant sample is still unclear. OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the concurrent validity and diagnostic accuracy of the PBU in measuring TrA muscle activity in patients with chronic nonspecific low back pain. METHOD: This study was performed using a validation, cross-sectional design. Fifty patients with chronic nonspecific low back pain were recruited for this study. To test the concurrent validity both PBU measures (index test and superficial electromyographic measures (reference-standard test were compared and collected by a physical therapist in a series of voluntary contraction maneuvers of TrA muscle. RESULTS: Participants were on average 22 years old, weighed 63.7 kilos, 1.70 meters height and mean low back pain duration was 1.9 years. It was observed a weak and non-significant Phi coefficient (r=0.2, pCONTEXTUALIZAÇÃO: A Unidade de Biofeedback Pressórico (UBP é uma ferramenta de avaliação usada na prática clínica e pesquisa científica para analisar indiretamente a atividade muscular do transverso abdominal (TrA. A validade concorrente da UBP em uma amostra clinicamente relevante ainda não está esclarecida. OBJETIVO: Avaliar a validade concorrente e acurácia diagnóstica da UBP em mensurar a atividade muscular do TrA em pacientes com dor lombar crônica inespecífica. MÉTODO: Este estudo foi realizado usando um delineamento de validação. Cinquenta pacientes com dor lombar crônica inespecífica foram recrutados. Para testar a validade concorrente, ambas as medidas pressóricas (teste índice e eletromiográficas superficiais (teste padrão de referência foram comparadas e coletadas por um fisioterapeuta a partir de uma manobra de contração voluntária do músculo Tr

  18. Papel dos testes provocativos esofagianos na investigação de pacientes com dor torácica de origem indeterminada Role of esophageal provocative tests in the investigation of patients with chest pain of undetermined origin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz J. Abrahão Jr.

    2005-09-01

    Full Text Available RACIONAL: As dores de origem esofagiana e coronariana são bastante semelhantes do ponto de vista clínico, havendo necessidade de exclusão desta última, que ocasiona risco de morte. A investigação esofagiana tradicional de pacientes com dor torácica de origem indeterminada, envolve emprego de endoscopia digestiva alta, esofagomanometria e pHmetria esofagiana prolongada. Esses métodos, embora de grande importância diagnóstica, muitas vezes, revelam alterações, em sua maioria, potenciais para a origem da dor. Os testes provocativos de dor esofagiana, ao reproduzirem-na em laboratório, apontam com segurança a sua origem. OBJETIVOS: Determinar a positividade dos testes de perfusão ácida, do edrofônio e da distensão esofagiana com balão em pacientes com dor torácica de origem indeterminada, e correlacionar os resultados com os testes habitualmente empregados, estabelecendo o ganho no diagnóstico da dor esofagiana comprovada. RESULTADOS: Estudaram-se 40 pacientes com dor torácica de origem indeterminada (angiografia coronária normal, sendo 80% do sexo feminino e média de idade de 54 anos. A endoscopia digestiva alta revelou esofagite erosiva em dois pacientes (5% e úlcera péptica em um (2,4%; a esofagomanometria foi anormal em 60%; a pHmetria prolongada foi anormal em 14 (35%, com índice de sintomas positivo em 7. A dor foi considerada de origem esofagiana comprovada (índice de sintomas positivo à pHmetria em 7 (17,5% pacientes e 19 (47,5% com origem esofagiana provável (8 por doença do refluxo gastroesofágico e 11 por distúrbios motores. Em 14 (35% a origem da dor não foi demonstrada. O teste de Bernstein foi positivo em 10 (25%, o teste do edrofônio em 8 (20% e o teste do balão em 15 (37,5%, sendo que 23 pacientes apresentaram, pelo menos, um teste provocativo positivo (57,5%. Com a adição dos testes provocativos foi possível apontar a dor como de origem esofagiana comprovada em 12 dos 19 pacientes (63,1% em que

  19. Clinical study of patients with persistent orofacial pain Estudo clínico de pacientes com dor orofacial persistente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Tadeu Tesseroli de Siqueira

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVE: To evaluate a sample of patients with persistent facial pain unresponsive to prior treatments. METHODS: Hospital records of 26 patients with persistent facial pain were reviewed (20 female and 6 male. RESULTS: Patients were classified into three groups according to their presenting symptoms: aGroup I, eight patients (30.7% with severe, diffuse pain at the face, teeth or head; bGroup II, eight patients (30.7% with chronic non-myofascial pain and; cGroup III, ten patients with chronic myofascial pain (38.4%. We find 11 different diagnoses among the 26 patients: pulpitis(7, leukemia(1, oropharyngeal tumor(1, atypical odontalgia(1, Eagle's syndrome(1, trigeminal neuralgia(4, continuous neuralgia(1, temporomandibular disorders (9, fibromyalgia (2, tension-type headache(1, conversion hysteria(2. After the treatment program all patients had a six-month follow-up period with pain relief, except the patient with tumor. CONCLUSION: The wide variability of orofacial pain diagnosis (benign to life-threatening diseases indicates the necessity to reevaluate patients presenting recurrent pain that is refractory to the usual treatments.OBJETIVO: Avaliar uma amostra de doentes com dor facial persistente. MÉTODO: Foram revisados 26 prontuários de doentes com dor facial persistente (20 mulheres e 6 homens. RESULTADOS: Classificação dos doentes, após o diagnóstico: aGrupo I, oito pacientes (30,7% com dor facial difusa de fortíssima intensidade; bGrupo II, oito pacientes (30,7% com dor crônica de natureza não-miofascial e; cGrupo III, dez pacientes com dor crônica miofascial (38,4%. Foram encontrados 11 diagnósticos diferentes entre os 26 pacientes: pulpites(7, leucemia(1, tumor de orofaringe(1, odontalgia atípica(1, síndrome de Eagle(1, neuralgia idiopática do trigêmeo(4, neuralgia atípica(1, disordens temporomandibular (9, fibromialgia(2 cefaléia tipo-tensão(1, histeria de conversão(2. O acompanhamento dos doentes, após receberem a

  20. Viscossuplementação em pacientes com artropatia hemofílica

    OpenAIRE

    Zelada,Flávio; de Almeida, Adriano Marques; Pailo, Alexandre Felicio; Bolliger Neto,Raul; Okazaki,Erica; de Rezende, Márcia Uchôa

    2013-01-01

    OBJETIVO: Avaliar se a viscossuplementação com ácido hialurônico em pacientes com artropatia hemofílica grave associada com triancinolona após a lavagem articular com soro fisiológico melhora a dor, a rigidez, a função e a qualidade de vida. MÉTODOS: Onze pacientes com artrite hemofílica de joelhos com e sem acometimento de outras articulações (tornozelos e cotovelos) foram submetidos a lavagem articular com soro fisiológico e subsequente infiltração de hilano e triancinolona em todas as arti...

  1. Melhora da dor, do cansaço e da qualidade subjetiva do sono por meio de orientações de higiene do sono em pacientes com fibromialgia Improvement in pain, fatigue, and subjective sleep quality through sleep hygiene tips in patients with fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristina Orlandi

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a efetividade das orientações para higiene do sono em mulheres portadoras de fibromialgia. MATERIAIS E MÉTODOS: Setenta mulheres completaram o estudo. Na avaliação foram aplicados o Questionário de Impacto da Fibromialgia(FIQ, o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI e um questionário geral, com dados pessoais e informações de hábitos de vida. Todas as pacientes receberam informações quanto à doença, além de um diário do sono, e apenas o grupo-experimental recebeu orientações para higiene do sono. Foi solicitado às pacientes que realizassem a higiene do sono, e as mesmas foram reavaliadas após três meses. RESULTADOS: A idade média das pacientes do grupo-controle foi 55,2 ± 7,12 anos, e a do grupo-experimental foi 53,5 ± 8,89 anos (P = 0,392. Nessas pacientes foram observadas diminuições da medida de Escala Visual Analógica de dor (P = 0,028, de cansaço (P = 0,021 e do componente 1 do PSQI (P = 0,030. O grupo que recebeu orientações para higiene do sono mostrou redução significativa na dificuldade de retorno ao sono quando acordava de madrugada (P = 0,031. O grupo-experimental apresentou aumento na porcentagem de relatos de "ambiente sem ruído" (variando de 42,9% para 68,6%, diminuição da porcentagem de relatos de "ambiente com pouco ruído" (variando de 40% para 22,9% e diminuição na porcentagem de relatos de "ambiente com muito ruído" (variando de 17,1% para 8,6%. As alterações facilitaram o retorno ao sono quando as pacientes acordavam durante a madrugada. CONCLUSÃO: Uma cartilha com orientações de higiene do sono permitiu a alteração do comportamento das pacientes, que obtiveram melhora da dor e do cansaço, aumento da qualidade subjetiva do sono, além de facilitação do retorno ao sono após despertar durante a madrugada.OBJECTIVE: To evaluate the effectiveness of sleep hygiene instructions for women with fibromyalgia. MATERIALS AND METHODS: Seventy women with

  2. Psychometric evaluation of a brazilian portuguese version of the spitzer quality of life index in patients with low back pain Evaluación de las calidades psicométricas de una versión brasileña del spitzer quality of life index en pacientes con dolor lumbar Avaliação das qualidades psicométricas de uma versão brasileira do spitzer quality of life index em pacientes com dor lombar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaela Cunha Matheus Rodrigues Toledo

    2008-12-01

    Full Text Available The purpose of this study was to adapt the Spitzer Quality of Life Index and evaluate its reliability in patients with low back pain. The following steps were followed: translation, back-translation, evaluation by a committee, and pretest. The reliability was estimated through stability and homogeneity assessment. The validity was tested comparing scores of the Spitzer (QLI with the SF-36 and the Roland-Morris. The psychometric properties were evaluated by the self-application on 120 patients. Results showed that the Cronbach's Alpha was 0.77. Intraclass correlation coefficient for test-retest reliability was 0.960 (pEste estudio tuvo como objetivo realizar la adaptación cultural del Spitzer Quality of Life Index y evaluar su confiabilidad en pacientes portadores de dolor lumbar crónico. Se siguieron las siguientes etapas: traducción, retrotraducción, evaluación por un comité y pre-prueba. La validez fue obtenida por medio de la correlación entre los puntajes del Spitzer (QLI, del SF-36 y del Roland-Morris. Las propiedades psicométricas fueron evaluadas en 120 pacientes. Los resultados demostraron un coeficiente alfa de Cronbach=0,77. En una nueva pre-prueba, se encontró un coeficiente de correlación intraclases ICC=0,960 (pEste estudo teve como objetivo realizar a adaptação cultural do Spitzer Quality of Life Index, e avaliar sua confiabilidade em pacientes portadores de dor lombar crônica. Foram seguidas as seguintes etapas: tradução, retro-tradução, avaliação por um comitê e pré-teste. A confiabilidade foi avaliada por meio da consistência interna e da estabilidade. A validade foi obtida por meio da correlação entre os escores do Spitzer (QLI, do SF-36 e do Roland-Morris. As propriedades psicométricas foram avaliadas em 120 pacientes. Os resultados demonstraram coeficiente alfa de Cronbach=0,77. No teste-reteste, encontrou-se coeficiente de correlação intraclasse ICC=0,960 (p<0,001; IC 95%: 0,943; 0,972. Coeficiente

  3. Propuesta de validación de indicadores y estándares para el manejo del dolor en el paciente Proposta de validação estandares e indicadores para o manuseio do dor em paciente Proposal for validation of indicators and standards for pain management in the patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María de Lourdes García Hernández

    2009-03-01

    Full Text Available El dolor es una experiencia sensorial y emocional desagradable relacionada con daño a los tejidos. El objetivo fue validar los estándares e indicadores para el manejo del dolor. Es un estudio transversal y descriptivo. Se utilizó el modelo de estándares de A. Donavedis. El universo fueron 150 enfermeras y la muestra 109. El proceso de validación se realizó en tres etapas: En la primera se utilizó la técnica delphi en 24 enfermeras expertas con dos rondas. En la segunda una prueba piloto en el 10% de la muestra, en donde se validó la consistencia con el alfa de Cronbach con índices de validación de exactitud mayores a 0,7(11. En(la tercera, se midió la precisión utilizando el Modelo de Capacidad de Procesos (Icp. En conclusión el instrumento se validó con tres estándares: 7 de estructura, 13 de proceso y 4 de resultado todos con un Icp máximo mayores a uno.A dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável, relacionada com danos aos tecidos. O objetivo foi o de validar padrões e indicadores para dor. É um estudo transversal e descritivo. Utilizou-se o modelo padrão de A. Donavedis. O universo foi 150 enfermeiros e 109 amostras. O processo de validação foi realizado em três fases: na primeira, utilizou-se a técnica Delphi com 24 enfermeiras especialistas em dois grupos; na segunda, aplicou-se um teste piloto em 10% da amostra, onde se validou a consistência com o alfa de Cronbach, obtendo-se índices de validação maiores que 0,7; na terceira, a precisão foi medida utilizando-se o modelo de capacidade de processo (1cp. Pôde-se concluir que o instrumento foi validado em três padrões: 7 para a estrutura; 13 para o processo; e 4 para o resultado, todos com um 1cp máximo superior a um.The pain is an unpleasant sensorial and emotional experience related with damage to the tissue. The objective was to validate the standards and indicators for the handling of the pain. It is a transversal and descriptive study

  4. Efeitos dos tratamentos fisioterapêutico e odontológico em pacientes com disfunção temporomandibular

    OpenAIRE

    Torres,Flavia; Campos,Ludmila Guterres; Fillipini,Helena Fetter; Weigert,Karen Loureiro; Vecchia,Giovana Formolo Dalla

    2012-01-01

    OBJETIVOS: Verificar os efeitos dos tratamentos odontológico e fisioterapêutico na redução da dor em pacientes com disfunção temporomandibular (DTM). MATERIAIS E MÉTODOS: A amostra foi composta por dez pacientes (idade média de 34,3 anos) com DTM. Foram utilizados como instrumentos de coleta de dados o índice clínico de severidade para DTM, a escala visual analógica de dor (EVA) e a versão brasileira do Questionário McGill de Dor (Br-MPQ). Cinco pacientes realizaram o tratamento fisioterapêut...

  5. Tecnicas de fisioterapia respiratoria: efeito nos parametros cardiorrespiratorios e na dor do neonato estavel em UTIN

    National Research Council Canada - National Science Library

    Renata Martins; Maria Eduarda Merlin da Silva; Gesilani Julia da Silva Honorio; Elaine Paulin; Camila Isabel Santos Schivinski

    2013-01-01

    OBJETIVOS: verificar os efeitos de técnicas de fisioterapia respiratória (TFR) na dor e na função cardiorrespiratória de recém-nascidos (RN) clinicamente estáveis com prescrição de TFR, internados em unidade de terapia intensiva neonatal...

  6. Prevalência e comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de Araújo Lamino

    2011-04-01

    Full Text Available O estudo analisou a prevalência e a comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama. Trata-se de estudo transversal, com amostra, não probabilística de 182 mulheres em tratamento ambulatorial para câncer de mama, entrevistadas no período de julho 2006 a março de 2007. Fadiga, avaliada pela Escala de Fadiga de Piper, foi dividida em duas categorias (escore 0,1-4,9 e >5-10. Dor, avaliada pela escala de 0-10, foi categorizada do mesmo modo que fadiga. Fadiga ocorreu em 94 mulheres (51,6%, sendo >5 em 44 (46,8% delas. Dor ocorreu em 86 mulheres (47,2%, sendo >5 em 50 (58,1%. Fadiga e dor correlacionaram-se (r=0,38, p=0,003 e a comorbidade fadiga e dor foi de 38,3%. Dor intensa acentuou a fadiga (p=0,089 e fadiga intensa acentuou a dor (p=0,016. Tais dados são inéditos em nosso meio, confirmam a existência de um cluster de sintoma e dos prejuízos decorrentes dessa comorbidade.

  7. Dor no paciente com lesão medular: uma revisão Dolor en el paciente con lesión medular: una revisión Pain in patients with spinal cord injury: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia de Miguel

    2009-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor crônica após a lesão medular é uma condição clínica de alta prevalência e de difícil tratamento. Desse modo, é importante que se conheça suas características clínicas e fatores causais para melhor abordagem diagnóstica e terapêutica. O objetivo desse trabalho foi revisar a literatura sobre a dor no paciente com lesão medular e sua possível associação com fatores físicos (nível da lesão, grau da lesão, tempo de início de dor e fatores psicológicos (humor e qualidade de vida. CONTEÚDO: Foram pesquisados trabalhos na base de dados Medline, publicados nos últimos seis anos e os critérios de inclusão foram os estudos originais em maiores de 18 anos. Foram discutidas as características clínicas da dor no paciente com lesão medular, comparando casuística de diversos autores. CONCLUSÕES: Apesar das diferenças conceituais e metodológicas entre os estudos, as prevalências de dor encontradas em pacientes com lesão medular foram altas, variando entre 64% e 82%. A dor neuropática ao nível da lesão tem início precoce (dias ou semanas e aquela abaixo do nível da lesão aparece mais tardiamente (meses ou anos. Não há associação entre dor e integridade da lesão e a porcentagem de pacientes que referem dor intensa varia entre 21 e 39%. Não foi possível concluir qual a relação entre a dor e o nível da lesão medular. A dor, no entanto, pode interferir de forma negativa no humor, na capacidade de realizar atividades cognitivas, sociais, recreacionais e laborativas.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El dolor crónico después de la lesión medular es una condición clínica de alta prevalencia y de difícil tratamiento. De ese modo, es importante que se conozcan sus características clínicas y los factores causales para un mejor abordaje diagnóstico y terapéutico. El objetivo de este trabajo, fue revisar la literatura sobre el dolor en el paciente con lesión medular y su posible

  8. Fibromyalgia patients' quality of life and pain intensity variation Variação da intensidade da dor e da qualidade de vida de pacientes com fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo Martinez

    2008-12-01

    pacientes receberam um diário para registrar suas percepções sobre a intensidade da dor, a ansiedade e a depressão por meio de escalas visuais analógicas. Esse procedimento foi realizado três vezes por dia durante o período de 15 dias. A qualidade de vida foi medida pelo questionário de impacto da fibromialgia (FIQ. RESULTADOS: Observou-se variação significativa da intensidade da dor nos vários períodos do dia (manhã, tarde e noite por meio do teste de Kruskal-Wallis. Não houve variação significativa para ansiedade e depressão ao longo do dia. Não foi observada correlação significativa entre dor e depressão ou dor e ansiedade em qualquer período do dia durante a duração do estudo. Quando se considera todo o período de estudo, observou-se correlação entre dor e ansiedade e dor e depressão pela manhã. Não se observou tal correlação nos períodos da tarde e da noite. CONLUSÃO: Conclui-se que há variação significativa da intensidade da dor ao longo do dia e há correlação entre dor e ansiedade e dor e depressão no período da manhã durante o tempo do estudo. Há correlação significativa entre a qualidade de vida com dor durante a manhã, ansiedade à tarde e à noite e depressão em todos os períodos.

  9. Análise de arco plantar em gestantes com e sem dor lombar

    OpenAIRE

    2016-01-01

    As adaptações musculoesqueléticas gestacionais geram desconfortos musculoesqueléticos como dor lombar. A literatura aponta diversos fatores associados com a ocorrência da mesma, dentre eles: alterações biomecânicas compensatórias. Objetivo: Realizar análise biomecânica dos membros inferiores e coluna lombar de gestantes e observar se há associação das variáveis biomecânicas analisadas com ocorrência de dor lombar em gestantes. Método: Estudo de coorte prospectivo que realizou três avaliações ...

  10. Qualificação da dor em trabalhadoras de uma malharia no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Cauz

    2016-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar e qualificar a dor em mulheres de uma malharia do sul do Brasil. Métodos: Estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, em que foram entrevistadas 15 trabalhadoras em um único dia de maio de 2012. As avaliações para qualificação e análise da dor aconteceram por meio de três questionários: multidimensional adaptado, inventário para dor de Wisconsin (análise da dor e o questionário de McGill (qualificação. Para análise dos dados, foi realizada a estatística descritiva, com o calculo da média, desvio padrão, percentual e números absolutos. Resultados: As participantes apresentavam média de idade de 33,4 (±14,9 anos e trabalhavam 9 horas diárias. Referente à postura dolorosa no posto de trabalho, observou-se maior queixa em ombros abduzidos e cotovelos flexionados (n=7, 46,6%. Os locais anatômicos dolorosos mais frequentes foram ombros (n=8, 22,2%, coluna cervical (n=7, 19,4% e cotovelos (n=7, 19,4%. A análise da dor pelo inventário de Wisconsin, classificada por meio da Escala Visual Analógica de Dor (EVA, demonstrou interferência moderada no trabalho, sono, humor, apreciação da vida e na atividade geral. De acordo com o questionário de McGill, houve destaque para o nível sensorial, com maior frequência para dor latejante (n=10, 50%, agulhada (n=4, 20% e formigamento (n=4, 20%. Conclusão: A amostra apresentou alta frequência de dor nos ombros, cotovelos, coluna cervical e sintomatologia dolorosa considerada moderada na maioria dos itens avaliados, o que pode levar a uma interferência importante nas atividades laborais e do cotidiano.

  11. Microbiota conjuntival em pacientes com alergia ocular

    OpenAIRE

    Alexandre Mattoso Libório; Maria Cristina Nishiwaki-Dantas; Lycia Mara Jenne Mimica; Paulo Elias Correa Dantas; Ana Luísa Höfling de Lima

    2005-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a presença de microbiota aeróbia da conjuntiva de portadores de alergia ocular e comparar a um grupo controle. MÉTODOS: Foram examinados 133 pacientes no período de abril a junho de 2001 divididos em 2 grupos. O grupo A foi composto de 63 portadores de conjuntivite alérgica (sem uso de medicação) e o grupo B de 70 pacientes do ambulatório geral (controle). Foram coletadas amostras do fundo de saco conjuntival do olho direito de todos os pacientes e o material foi semeado em ...

  12. Influência da psicoterapia breve transpessoal em pacientes com doença de Crohn

    OpenAIRE

    Arlete Silva Acciari

    2014-01-01

    Introdução: A doença de Crohn é uma enfermidade crônica, com tratamento contínuo e prolongado. Além de sintomas físicos como dor abdominal, diarreia e emagrecimento, os pacientes são acometidos por crises de ansiedade, depressão e perda na qualidade de vida, necessitando de acompanhamento psicológico. Objetivo Geral: Avaliar os efeitos da Psicoterapia Breve Transpessoal em pacientes com doença de Crohn. Objetivos Específicos: Analisar os resultados da Psicoterapia Breve Transpessoal quanto à ...

  13. Fisioterapia no tratamento da dor orofacial de pacientes com disfunção temporomandibular crônica

    OpenAIRE

    Ana Lúcia Franco; Camila Andrade Zamperini; Danieli Cristina Salata; Elaine Cristina Silva; Wanderley Albino Júnior; Cinara Maria Camparis

    2011-01-01

    Estudos recentes têm demonstrado resultados consistentes com o uso das terapias físicas nos casos de dor e limitação de movimentos em Disfunção Temporomandibular (DTM). Dessa forma, nosso objetivo foi avaliar o efeito de dez sessões de fisioterapia, exercícios e laserterapia no tratamento da dor muscular e da artralgia em uma mulher com DTM. O alívio médio dos sintomas dolorosos obtidos por sessão foi de 20%, atingindo valor zero nas últimas semanas e mantendo-se estável por 60 dias após o té...

  14. Estudo das alterações eletrocardiográficas com o uso de antidepressivos tricíclicos em pacientes com dor crônica Estudio de las alteraciones electrocardiográficas con el uso de antidepresivos tricíclicos en pacientes con dolor crónico A study on electrocardiographic changes secondary to the use of tricyclic antidepressants in patients with chronic pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Joaquim da Cunha Jr.

    2009-02-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os antidepressivos tricíclicos (ADT são amplamente utilizados como analgésicos para lombalgias crônicas e dores neuropáticas. O objetivo deste estudo foi avaliar as alterações eletrocardiográficas dos pacientes com dor crônica em uso de amitriptilina ou imipramina. MÉTODO: Foram estudados 40 pacientes com idade entre 26 e 81 anos (57,27 ± 13,65 anos, de ambos os gêneros (feminino 19, masculino 21, com síndromes neuropáticas (lombociatalgias, síndromes pós-laminectomia, neurites pós-herpética, entre outras; 60% com doenças cardiovasculares; 30% tinham ECG alterado (BRD, BRE, BAV 1º grau, HBAE ou extra-sístoles. Foram realizados e analisados três ECGs: antes do início dos ADT, 30 e 60 dias após o início do tratamento, avaliando os parâmetros PR, QRS, QT, QTc, DQT, DQTc e FC. Trinta e dois pacientes fizeram uso de amitriptilina e oito de imipramina. A dose média ao final do estudo foi de 54,29 mg de amitriptilina e de 46,87 mg de imipramina. RESULTADOS: A análise das variáveis eletrocardiográficas após o uso dos ADT apresentou a amitriptilina com aumento na frequência cardíaca transitoriamente no gênero feminino (p = 0,049 e a duração do QRS nos pacientes com idade igual ou maior que 60 anos e nos cardiopatas na segunda avaliação (p = 0,01. Nos pacientes que receberam amitriptilina, doses de 75 mg, o intervalo QTc foi maior quando comparado com doses de 25 mg (p = 0,0044. O aumento desses parâmetros evidenciou o efeito da amitriptilina sobre a condução cardíaca; no entanto, não houve comprometimento clínico, pois os valores permaneceram dentro dos limites de normalidade (QRS JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Los antidepresivos tricíclicos (ADT son muy utilizados como analgésicos para lumbalgias crónicas y dolores neuropáticos. El objetivo de este estudio fue evaluar las alteraciones electrocardiográficas de los pacientes con dolor crónico que usan amitriptilina o imipramina. M

  15. O psicanalista no tratamento da dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Pinto Minatti

    2012-12-01

    Full Text Available A dor se manifesta como mal-estar do corpo e no corpo, e tende a ser encaminhada para tratamento médico. O objetivo deste trabalho é analisar a queixa dolorosa do ponto de vista do tratamento psicanalítico, retomando algumas acepções relacionadas ao tratamento da dor, encontradas na obra de Freud. Partimos da experiência no trabalho em hospital pediátrico, utilizando a análise do atendimento de pacientes com queixas de dor para definir e situar a dor no campo da psicanálise, e distingui-la do campo da medicina. No texto, pode-se acompanhar a dor como signo de sofrimento e diversas formas de abordá-la tanto pelo sujeito que a porta quanto pelas instituições que propõem seu cuidado.

  16. A dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Tosta Berlinck

    Full Text Available Este trabalho relata pesquisa sobre a natureza psicopatológica da dor partindo da noção de que o humano habita na dor. Esta passa, assim, a ser um conceito-limite do humano que não consegue ultrapassá-la, apesar dos recursos farmacológicos e psíquicos disponíveis para dela se proteger. Nesta perspectiva, o corpo humano solicita uma concepção que seja capaz de levar em consideração tanto a dor física como a psíquica.

  17. Fisiopatogênese da dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel R. Covian

    1965-09-01

    Full Text Available O estudo da dor é um capítulo do estudo das bases neurofisiológicas da sensação, pois a dor nada mais é que uma sensação de conteúdo desagradável originada por estímulos nocivos. Enquanto a função das outras modalidades sensoriais é informativa ou gnósica, a dor é de proteção. O estudo da fisiología da dor compreende o estudo dos receptores, dos estímulos, das vias, das estruturas do sistema nervoso central que partici- pam da fisiología da dor, da percepção dolorosa e das reações motoras e neurovegetativas. São analisados os receptores e as vias e discutidas sua especificidade, assim como a transmissão da dor rápida e lenta por vias nervosas diferentes até o córtex cerebral. É comentada a influência da atenção na intensidade da percepção dolorosa e, com base em estudos experimentais, é considerado que o circuito retículo-córtico-reticular seja indispensável para a percepção da dor. No tocante à patologia da dor é examinada a insensibilidade congênita à dor, sendo admitida a hipótese de que em algumas sinapses é modificado o esquema de impulsos que darão lugar à sensação dolorosa. É destacado o papel do lobo frontal como parte de um mecanismo pòtenciador que condiciona o sofrimento geral do paciente. A dor referida é explicada pela teoria da "convergência-projeção" de fibras viscerais com fibras cutâneas dolorosas sôbre o mesmo neurônio em algun ponto da via sensitiva. O resultado da hipofisectomia trazendo uma diminuição ou anulação da dor no câncer do seio abre debates em tôrno do papel dos hormônios na percepção dolorosa.

  18. Tecnicas de fisioterapia respiratoria: efeito nos parametros cardiorrespiratorios e na dor do neonato estavel em UTIN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Martins

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar os efeitos de técnicas de fisioterapia respiratória (TFR na dor e na função cardiorrespiratória de recém-nascidos (RN clinicamente estáveis com prescrição de TFR, internados em unidade de terapia intensiva neonatal. MÉTODOS: ensaio clínico randomizado cego. Os RN foram alocados em três grupos: G1-controle; G2- fisioterapia convencional; G3-reequilíbrio tóracoabdominal. Neonatos do G2 e G3 receberam intervenção em atendimento único. Todos foram avaliados antes, imediatamente após e 15 minutos após o término da intervenção/repouso quanto aos parâmetros cardiorrespiratórios (saturação periférica de oxigênio/SpO2, frequências cardíaca/fc e respiratória/fr e dor (escalas específicas: NIPS, NFCS e PIPP. Para análise dos dados foram aplicados: testes qui-quadrado, Friedman, Kruskal- Wallis e, posteriormente, análise de comparações múltiplas, com p0,05 e em relação à dor houve mudanças significativas nas escalas NIPS (G1 e G2, p=0,037 e p=0,011, respectivamente e PIPP (G2, p=0,005. CONCLUSÕES: técnicas de fisioterapia respiratória não desencadearam dor, nem instabilidade cardiorrespiratória nos RN estudados.

  19. Avaliação da dor em criocirurgia de ceratoses actínicas Pain evaluation in the cryosurgery of actinic keratoses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Schermann Poziomczyk

    2011-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: a ceratose actínica é lesão pré-maligna frequente, que ocorre em áreas expostas à luz solar, em pessoas idosas ou adultas de meia-idade e pele clara. A criocirurgia com nitrogênio líquido é a modalidade mais comum para o tratamento de ceratoses actínicas. OBJETIVOS: o objetivo primário deste estudo foi medir a intensidade da dor durante a criocirurgia, por meio da Escala Visual Análoga. Também buscou-se identificar o nível de dor considerado adequado pelo paciente, avaliar a proporção de pacientes que consideram necessária a diminuição da dor sentida e verificar a necessidade ou não de analgesia suplementar. MÉTODOS: Estudo transversal com pacientes encaminhados para terapêutica criocirúrgica de ceratoses actínicas no Ambulatório de Dermatologia Sanitária. Foram avaliados 112 pacientes, após tratamento de ceratoses actínicas, aplicando-se um questionário com perguntas sobre a intensidade da dor sentida durante o procedimento cirúrgico, assim como a dor considerada confortável ou adequada ao procedimento. RESULTADOS: participaram 48 homens (42,8% e 64 mulheres (57,2%. A média da dor referida durante o procedimento cirúrgico, medida em milímetros na Escala Visual Análoga, foi de 32,85 mm; a média da dor considerada adequada pelos pacientes foi de 23,01 mm. A diferença entre as duas médias foi estatisticamente significativa (pBACKGROUND: Background: Actinic keratosis is a frequently-encountered premalignant lesion occurring in areas exposed to sunlight in fair-skinned elderly or middle-aged people. Cryosurgery with liquid nitrogen is the most common method for treating the lesions. OBJECTIVES: The primary objective of this study was to measure the intensity of pain during cryosurgery by using the Visual Analog Scale (VAS. We also sought to identify the pain level deemed appropriate by the patient, to assess the proportion of patients who considered it necessary to reduce the pain and, finally, to

  20. Abordagem da dor pélvica crônica em mulheres Management of chronic pelvic pain in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Alberto Nogueira

    2006-12-01

    Full Text Available Dor pélvica crônica é uma doença debilitante e de alta prevalência, com grande impacto na qualidade de vida e produtividade, além de custos significantes para os serviços de saúde. O dilema no manejo da dor pélvica crônica continua a frustrar médicos confrontados com o problema, em parte porque sua fisiopatologia é pobremente compreendida. Conseqüentemente, seu tratamento é muitas vezes insatisfatório e limitado ao alívio temporário dos sintomas. Nesta revisão, nós discutimos uma abordagem ampliada da dor pélvica crônica. Salientamos que uma história clínica e exame físico adequados deveriam incluir atenção especial aos sistemas gastrintestinal, urinário, ginecológico, músculo-esquelético, neurológico, psicológico e endócrino. Dessa forma, uma abordagem multidisciplinar é recomendada. Adicionalmente, enfatizamos que, embora úteis, procedimentos cirúrgicos específicos, tais como a laparoscopia, deveriam ser indicados somente para pacientes selecionadas, após excluir principalmente síndrome do intestino irritável e dor de origem miofascial.Chronic pelvic pain is a debilitating and highly prevalent disease with a major impact on quality of life and work productivity, beyond significant costs to health services. The dilemma of managing patients with chronic pelvic pain continues to frustrate physicians confronted with these complaints, in part because its pathophysiology is poorly understood. Consequently, its treatment is often unsatisfactory and limited to temporary symptom relief. In the present revision, we discuss the adequate management of chronic pelvic pain. We point out that a comprehensive medical history and physical examination should include special attention to gastrointestinal, urological, gynecological, muscle-skeletal, neurological, psychiatric, and endocrine systems. Thus, a multidisciplinary approach is recommended. Additionally, we emphasize that, although useful, specific surgical

  1. Estimulação elétrica nervosa transcutânea no alívio da dor pós-operatória relacionada com procedimentos fisioterapêuticos em pacientes submetidos a intervenções cirúrgicas abdominais Estimulación eléctrica nerviosa transcutánea no alivio del dolor postoperatorio relacionado con los procedimientos fisioterapéuticos en pacientes sometidos a intervenciones quirúrgicas abdominales Transcutaneous electrical nerve stimulation in the relief of pain related to physical therapy after abdominal surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Marques Tonella

    2006-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A eletroestimulação nervosa transcutânea (TENS tem sido pouco estudada como método facilitador da fisioterapia pós-operatória. O objetivo do estudo foi verificar a eficácia da TENS no alívio da dor relacionada com fisioterapia pós-operatória em pacientes submetidos a intervenções cirúrgicas abdominais. MÉTODO: Foi realizado um estudo clínico, prospectivo, com distribuição aleatória, incluindo 48 pacientes no primeiro dia de pós-operatório, que apresentavam escore de dor > 3 pontos na escala visual analógica (VAS, divididos em três grupos: Grupo Controle: com rotina analgésica habitual, sem TENS e com fisioterapia; Grupo Estudo, recebendo rotina analgésica habitual mais TENS, e fisioterapia; Grupo Contraste-Placebo, recebendo rotina analgésica habitual, fisioterapia e TENS desligada. Foi apresentada aos pacientes uma escala visual analógica de dor antes (M1, depois da TENS (M2 e após fisioterapia (M3 - tosse, incentivador respiratório, mudança de decúbito lateral e sentado - quantificando a efetividade da analgesia. O tempo de eletroestimulação foi 30 minutos. RESULTADOS: Houve alívio significativo da dor no Grupo Estudo, comparando-se os três grupos, apenas para o procedimento tosse, no M3 (p = 0,015. Dentro desse grupo houve diminuição significativa da dor para tosse (p = 0,003 [M1 versus M3]; para decúbito lateral (p = 0,025, sentar-se (p = 0,001 e utilizar o incentivador inspiratório (p = 0,017 [M1 versus M2]; e ao se mudar para decúbito lateral (p = 0,03 e sentar-se (p = 0,001 [M1 ´ M3]. Não houve diferença significativa no Grupo Contraste-Placebo. CONCLUSÕES: Houve diminuição da dor no Grupo Estudo, em alguns momentos e parâmetros. Estudos adicionais são necessários, já que a utilização da TENS está indicada apenas como coadjuvante no controle da dor pós-operatória.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: LA electroestimulación nerviosa transcutánea (TENS ha sido poco

  2. "Investigação da percepção dolorosa em pacientes com autismo de alto funcionamento"

    OpenAIRE

    2005-01-01

    A sensibilidade reduzida à dor é largamente relatada como característica comum às crianças com autismo. Esta pesquisa foi desenvolvida junto ao Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com a colaboração da Faculdade de Odontologia. O objetivo deste estudo foi investigar a responsividade à dor em 20 pacientes com autismo de alto funcionamento e 20 sem autismo utilizando-se um estímulo elétrico no dente, um instrumento subjetivo proporcionado pela escal...

  3. Fadiga óssea: causa de dor em joelhos na osteoartrite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Campos Tavares Júnior

    2012-10-01

    Full Text Available A dor no joelho é o sintoma mais comum na osteoartrite, sendo a principal causa de incapacidade crônica em idosos e uma das principais fontes de morbidade atribuível à osteoartrite em geral. As causas de dor no joelho em pessoas com osteoartrite não são facilmente entendidas e o conhecimento sobre as causas da dor é fundamental para que futuramente sejam realizadas intervenções específicas. A fadiga óssea representa o remodelamento do osso subcondral na osteoartrite, levando a uma consequente alteração na forma do osso e/ou perda óssea. No entanto, a fadiga óssea não é algo facilmente interpretado, pois é de difícil detecção na ausência de defeitos claros da cortical e pela sobreposição de estruturas ósseas nas radiografias convencionais. A fadiga óssea está associada não apenas a dor no joelho, mas também a rigidez e incapacidade. Se a fadiga ocorre antes da osteoartrite avançada, isso sugere que alterações no osso subcondral podem ocorrer simultaneamente a alterações da cartilagem e que tratamentos visando sua preservação podem não ser eficazes. Lesões com padrão de edema ósseo estão associadas e são fatores preditivos para fadiga óssea. Este trabalho tem por objetivo rever a literatura mostrando a importância da fadiga óssea e de como diagnosticar esta alteração nos exames de imagem.

  4. Qualidade do sono em pacientes fibromiálgicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florinda Freire Moro

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a qualidade do sono em paciente fibromiálgicos, identificando seus principais hábitos noturnos e verificando os possíveis fatores que influenciam na qualidade do sono. Métodos: Pesquisa observacional, transversal, de caráter quantitativo, realizada em ambulatório de fisioterapia no período março a abril de 2012. Participaram 24 pacientes fibromiálgicos, independente do sexo e idade. Aplicou-se um questionário baseado no Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI para avaliar a qualidade e hábitos noturnos. As informações foram analisadas através de estatística descritiva. Resultados: Em relação à latência do sono, apenas 1 (4,2% leva para dormir um tempo menor ou igual a 15 min e 19 (79,2% apontaram dificuldade de “não adormecer em até 30 min” por mais de 3 vezes por semana. O componente “sentir dor” e o “acordar no meio da noite” tiveram maiores influências no distúrbio do sono destes pacientes. Quanto à duração do sono, 7 (29,2% dormem menos que 5 horas. Sobre a eficiência do sono, 12 (50,0% possuíam uma eficiência do sono superior a 85%, 10 (41,7% possuíam eficiência do sono entre 75-84% e apenas 2 (8,33% eficiência de 65-74%. Quanto ao uso de medicação para dormir, 12 (50% não usaram durante o mês e 12 (50% usavam entre 3 ou mais vezes durante a semana. Conclusão: Os pacientes com fibromialgia no presente estudo apresentaram um declínio na qualidade e eficiência do sono, sendo influenciados pela latência e duração do sono, presença de dor e despertar noturno.

  5. Limitação no trabalho por dor lombar em fumicultores do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Dalke Meucci

    Full Text Available Introdução:o trabalho agrícola exige esforço físico e posturas inadequadas que são de risco para dor lombar e limitação no trabalho. A dor lombar, em especial a crônica, é responsável por grande número de afastamentos do trabalho.Objetivo:avaliou-se a prevalência de limitação no trabalho por dor lombar crônica (DLC, dor lombar no último mês (DLM e dor lombar aguda (DLAguda, bem como as tarefas que os fumicultores deixaram de fazer devido a essas patologias.Métodos:estudo transversal realizado no ano de 2011 com uma amostra aleatória de 2469 fumicultores de São Lourenço do Sul/RS. A investigação de fatores associados à limitação por DLM foi realizada através da regressão de Poisson.Resultados:as prevalências de limitação no trabalho por DLC, DLM e DLAguda foram respectivamente, de 37,6%, 14,4,% e 7,8%. Carregar folhas, empilhar lenha e colher baixeiro foram as tarefas que os fumicultores mais deixaram de fazer. Na análise ajustada, foram associadas à limitação por DLM: idade, gastos com imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA, dificuldades para pagar dívidas e problemas psiquiátricos menores. Indivíduos com DLAguda deixam de fazer as mesmas tarefas daqueles com DLC, mas estes têm muito mais limitação no trabalho.

  6. Efeito da estimulação elétrica nervosa transcutânea no tratamento da dor no ombro de pacientes com doença renal crônica: relato de casos Effect of transcutaneous electrical nerve stimulation in the treatment of pain in the shoulder of patients with chronic kidney disease: a two-case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Ribeiro Bertoli

    2009-09-01

    Full Text Available A doença renal crônica (DRC pode causar muitas complicações clínicas associadas ao tempo de diálise. A amiloidose é uma dessas complicações e pode levar à dor no ombro, comum em pacientes com DRC. Só foram encontrados na literatura relatos de tratamento cirúrgico e/ou medicamentoso para esse tipo de dor. O objetivo aqui foi avaliar o benefício da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS no tratamento da dor no ombro devida à amiloidose em pacientes com DRC. Duas pacientes foram avaliadas quatro vezes num período de três meses. Na avaliação inicial as pacientes foram orientadas e receberam um aparelho de TENS para uso domiciliar (10Hz, 150 µs, duas vezes por dia, por 40 minutos durante três meses. A dor foi avaliada utilizando-se uma escala visual analógica e o questionário de dor de Wisconsin. Os resultados mostram que o tratamento com TENS reduziu a dor no ombro em ambas as pacientes. O tratamento com a TENS pode pois ser eficaz em reduzir a dor no ombro em pacientes com DRC.Chronic kidney disease (CKD may bring about several clinical complications associated to long-term dialysis. Amyloidosis is one of such complications and may lead to shoulder pain, common among CKD patients, for which no studies could be found in literature on the use of transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS - only surgical and medicine treatments are reported. The purpose here was to assess benefits of TENS in treating shoulder pain due to amyloidosis in patients with CKD. Two female patients were assessed four times in a three-month period. At the initial evaluation, patients were guided as to its use and given a TENS device for use at home (10 Hz, 150 µs, twice a day, for 40 minutes for three months. Pain was assessed by means of a visual analog scale and of the Wisconsin brief pain questionnaire. Results show that TENS reduced shoulder pain in both patients. Treatment with TENS may hence be effective in reducing shoulder

  7. Comparação entre os efeitos da massoterapia e da placa miorrelaxante de Michigan sobre a dor e o sinal eletromiográfico de pacientes bruxistas com DTM: ensaio clínico controlado e randomizado.

    OpenAIRE

    Andrade, Daniel Ventura de

    2009-01-01

    A Disfunção Temporomandibular (DTM) é uma doença com alta prevalência, de etiologia multifatorial e que constitui um dos difíceis desafios para a saúde, quanto ao diagnóstico e o tratamento. O objetivo deste ensaio clínico controlado e randomizado, foi comparar os efeitos da massoterapia, da placa de Michigan e de ambas combinadas, sobre a dor e o sinal eletromiográfico de pacientes bruxistas com disfunção temporomandibular. A amostra foi composta por 60 sujeitos, divididos em 4 grupos. Deste...

  8. Comparação dos efeitos da estimulação elétrica nervosa transcutânea e da hidroterapia na dor, flexibilidade e qualidade de vida de pacientes com fibromialgia

    OpenAIRE

    Silva,Tatiana Fernandes Gomes da; Suda,Eneida Yuri; Marçulo,Camila Aparecida; Paes,Fábio Henrique da Silva; Pinheiro,Gisele Targino

    2008-01-01

    Este estudo visou comparar a eficácia da hidroterapia e da estimulação elétrica transcutânea do nervo (TENS) na melhora da sintomatologia de pacientes com fibromialgia Participaram do estudo 10 sujeitos com fibromialgia (48,8±9,8 anos) divididos em dois grupos: um tratado com hidroterapia e outro com TENS. Todos foram avaliados antes e após o tratamento quanto à flexibilidade (pelo índice terceiro dedo-solo), dor (por escala visual-analógica), qualidade de vida relacionada à saúde (pelos ques...

  9. Effect of conventional TENS on pain and electromyographic activity of masticatory muscles in TMD patients Efeito da TENS convencional sobre a dor e a atividade eletromiográfica dos músculos mastigatórios em pacientes com DTM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delaine Rodrigues

    2004-12-01

    Full Text Available Temporomandibular disorders (TMD are characterized by several signs and symptoms, such as pain and changes in the electrical activity of masticatory muscles. Considering that transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS is a resource indicated to promote analgesia, the objective of this study was to evaluate the effect of TENS on pain and electromyographic (EMG activity of the jaw elevator muscles in TMD patients. This study evaluated 35 female volunteers: 19 TMD patients (mean age = 23.04 ± 3.5 and 16 normal subjects (mean age = 23.3 ± 3.0. Transcutaneous electrical nerve stimulation (conventional mode, 150 Hz was applied once to each group for 45 minutes. Surface electromyography (gain of 100 times and 1 kHz sampling frequency and the visual analogue scale (VAS were applied before and immediately after TENS application. Both VAS data and root mean square (RMS values were analyzed using Student's t-test. The TMD group, compared to the control group, showed higher EMG activity of the jaw elevator muscles at rest. No difference was observed between the groups regarding maximum voluntary clenching (MVC. In TMD patients, TENS reduced both pain and EMG activity of the anterior portion of the temporal muscle, increasing the activity of the masseter muscles during MVC. It is possible to conclude that a single TENS application is effective in pain reduction. However, it does not act homogeneously on the features of the electric activity of the muscles evaluated.A desordem temporomandibular (DTM é caracterizada por diversos sinais e sintomas, como dor e alteração do sinal eletromiográfico dos músculos da mastigação. Considerando que a estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS é um recurso indicado para promover analgesia, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da TENS na dor e na atividade eletromiográfica (EMG dos músculos elevadores da mandíbula em indivíduos com DTM. Foram selecionados 35 voluntários do sexo

  10. Ação da TENS acupuntural em acupontos na dor induzida pela hipotermia local (0-2º C)

    OpenAIRE

    Montenegro,Eduardo José Nepomuceno; Albuquerque,Nathália Bayma de; Mariz,Larissa Melo Rodrigues de; Costa,Rita de Cássia da Silva; Montarroyos,Camila Soares; Motta,Mauricy Alves da

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO: A dor é um fenômeno multidimensional que dificulta o desenvolvimento das atividades cotidianas. A aplicação de estimulação elétrica nervosa transcutânea (transcutaneous electrical nerve stimulation - TENS) está entre uma das modalidades mais usadas para o tratamento da dor. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi verificar se a TENS acupuntural (baixa frequência) influencia a dor aguda produzida pela hipotermia local em indivíduos saudáveis, quando os eletrodos estão localizados nos...

  11. Perfil da dor Neuropática: a propósito do exame neurológico mínimo de 33 pacientes Perfil del dolor Neuropático: a propósito del examen neurológico mínimo de 33 pacientes Neuropathic pain profile: the basic neurological exam of 33 patients

    OpenAIRE

    Marco Antonio Cardoso de Resende; Osvaldo José Moreira Nascimento; Anna Amélia Silva Rios; Giseli Quintanilha; Luís Eduardo Sacristan Ceballos; Fernando Paiva Araújo

    2010-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Há poucos textos na literatura a lidar com o exame neurológico do paciente com dor neuropática (DN). O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil de pacientes com DN através de exame clínico neurológico. MÉTODO: Em estudo observacional, uma série de casos de pacientes com DN foi acompanhada no período de um ano. A avaliação do exame neurológico foi efetuada durante visita ao ambulatório e através de análise prospectiva. Foram incluídos pacientes cuja intensidade da ...

  12. Dor, qualidade de vida, autopercepção de saúde e depressão de pacientes com fibromialgia, tratados com hidrocinesioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Vinícius Letieri

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Analisar os efeitos do tratamento hidrocinesioterapêutico na qualidade de vida, percepção de dor e gravidade de episódios depressivos em um grupo de pacientes com fibromialgia. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados 64 indivíduos do sexo feminino, separados em dois grupos: hidrocinesioterapia (n = 33; 58,2 ± 10,6 anos e grupo controle (n = 31; 59,6 ± 9,4 anos, com diagnóstico de fibromialgia. Os indivíduos foram avaliados através da Escala Analógica Visual de Dor (EVA, o Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, e o Inventário de Beck. Os participantes foram submetidos a um tratamento hidrocinesioterápico numa piscina aquecida a 33ºC com duas sessões de 45 minutos por semana, ao longo 15 semanas, num total de 30 sessões. Os exercícios subaquáticos foram: de condicionamento cardiovascular, de força, de mobilidade, de coordenação, de equilíbrio, de alongamento e de relaxamento muscular. Utilizou-se a ANOVA 2×2 e Kruskal-Wallis para análise estatística. RESULTADOS: Foram observadas melhorias estatisticamente significativas na percepção da intensidade da dor (Δ% = -28,2%, p < 0,01, na qualidade de vida (Δ% = -32,4%, p < 0,05 e nos sintomas de depressão (Δ% = -35,4%, p < 0,05 favoráveis ao grupo hidrocinesioterapia comparado ao grupo controle. CONCLUSÕES: O estudo sugere que a hidrocinesioterapia mostrou-se eficaz como terapia alternativa da fibromialgia. No entanto, recomenda novos estudos que testem as associações existentes entre as variáveis analisadas e os programas de intervenção, utilizando as atividades aquáticas, bem como a modificabilidade dos parâmetros de saúde física e psíquica quando estes indivíduos são submetidos a programas de curta, média e longa duração.

  13. Desafios do enfermeiro diante da dor e do sofrimento da família de pacientes fora de possibilidades terapêuticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Prado Fernandes

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de um estudo de abordagem qualitativa com o objetivo de identificar os desafios dos enfermeiros para assistir às famílias de pacientes fora de possibilidades terapêuticas diante da dor e do sofrimento. A coleta de dados ocorreu no ano de 2008, mediante entrevista semiestruturada, com dezoito enfermeiros que trabalhavam em Unidades de Terapia Intensiva de um hospital privado localizado no município de São Paulo, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Utilizou-se a análise de conteúdo para a avaliação dos dados. Obtiveram-se três categorias: enfrentando os desafios para assistir a família, posicionamento esperado e orientar-se a partir da experiência. Evidenciou-se que, para assistir às famílias, há necessidade dos enfermeiros refletirem a respeito dos valores pessoais e éticos, bem como sobre o processo do morrer. Espera-se que haja troca de experiências entre os enfermeiros já experientes com os que iniciam tal prática no âmbito do cuidar.

  14. Qualidade de vida em pacientes coronariopatas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Bueno Jayme Gallani

    2003-02-01

    Full Text Available Este estudo comparou as medidas de qualidade de vida (QV entre 49 sujeitos com infarto do miocárdio (IM e 27 com angina pectoris (AP, atendidos em ambulatório em um hospital universitário. Os dados foram obtidos por meio da aplicação de um questionário para levantamento de dados sociodemográficos e clínicos e do instrumento SF-36 para avaliação da QV. Constatou-se, em ambos os grupos, comprometimento da QV nas dimensões: aspectos físicos, dor, estado geral de saúde, vitalidade, aspectos sociais e saúde mental. Variáveis sociodemográficas e clínicas foram associadas com menores escores de QV em diferentes dimensões. Estudos futuros devem ser conduzidos, visando a ampliação do tamanho da amostra, e a compreensão da magnitude do efeito destas variáveis sobre a QV do coronariopata.

  15. Marcas em si: vivenciando a dor do (auto preconceito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iací Proença Palmeira

    2013-12-01

    Full Text Available Pesquisa qualitativa cujo objetivo foi compreender as representações sociais do corpo por mulheres com alterações provocadas pela hanseníase, para que os cuidados de enfermagem possam atender de forma mais abrangente às suas necessidades. O referencial foi o da teoria das representações sociais. Participaram quarenta e três mulheres de uma unidade de referência especializada em dermatologia sanitária. Realizaram-se entrevistas, cujos conteúdos foram processados pelo software ALCESTE, o qual gerou uma classe cujos vocábulos associaram-se ao preconceito ancorado na autopercepção negativa da hanseníase. O esquema explicativo das representações sociais mostrou uma forte marca da memória social da lepra, cuja construção simbólica ampara-se no medo da doença. Concluiu-se sobre a necessidade de se investir na desconstrução de crenças arcaicas sobre a lepra para que se tenham novos modos de agir frente à hanseníase.

  16. Pneumonia por Legionella após uso de Infliximabe em paciente com Artrite Reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina de Souza Giassi

    2014-10-01

    Full Text Available Os antagonistas do fator de necrose tumoral (anti-TNF têm sido utilizados com sucesso em várias doenças inflamatórias crônicas, como artrite reumatoide (AR, mas alguns estudos observaram a ocorrência de infecções por patógenos intracelulares em pacientes medicados com anti-TNF. Relatamos um caso de paciente mulher com diagnóstico prévio de AR durante 16 anos e que estava sendo medicada com várias drogas antirreumáticas modificadoras de doença (DARMDs, tendo como resultado o insucesso terapêutico, sendo em seguida tratada com infliximab. Depois de transcorridos 15 dias da segunda dose, a paciente foi acome- tida por dor torácica ventilatório-dependente, tosse seca e dispneia. Foi hospitalizada, e o diagnóstico de pneumonia por Legionella pneumophila foi confirmado pela presença do antí- geno de Legionella na urina. TNF é uma citocina inflamatória que também promove inibição do crescimento bacteriano de patógenos intracelulares, e sua inibição parece aumentar a sensibilidade a essas infecções em alguns pacientes.

  17. Dor musculoesquelética e vulnerabilidade ocupacional em trabalhadores do setor público municipal em Belo Horizonte, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Judith Esteves Fantini

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo buscou descrever o perfil dos trabalhadores no setor público municipal em relação à ocorrência autorreferida de dor musculoesquelética (DME. Em 2009, foi realizado um estudo seccional em Belo Horizonte que avaliou características sociodemográficas, funcionais, condição de saúde, hábitos e qualidade de vida, por meio de questionário autoaplicado. Utilizou-se o método Grade of Membership (GoM para definir os perfis e os graus de pertencimento a cada perfil particular. Três perfis de referência foram identificados: trabalhador com dor; trabalhador sem dor; não respondentes. Diante dos perfis de referência, a tipologia de associação entre trabalho e ocorrência autorreferida de DME classificou 89,9% da amostra. A tipologia foi organizada em cinco perfis: misto (4,1%; trabalhador doente (12,0%; trabalhador mais vulnerável à DME (16,9%; trabalhador menos vulnerável à DME (22,6%; e trabalhador saudável (34,3%. A análise dos perfis permitiu esclarecer as conexões entre DME e os fatores físicos e psicossociais do trabalho no serviço público municipal, indicando vias para a reflexão sobre as iniquidades em saúde musculoesquelética e a vulnerabilidade ocupacional.

  18. Avaliação da dor aguda em mulheres sujeitas a histeroscopia diagnóstica em regime de ambulatório

    OpenAIRE

    Oliveira, AM; F. Ferreira; Dantas, F

    2015-01-01

    Objetivos Avaliar a dor aguda em utentes sujeitas a histeroscopia diagnóstica em regime de ambulatório no Hospital Fernando Fonseca. Contribuir para a definição de estratégias de redução da intensidade da dor aguda na realização de histeroscopias diagnósticas em regime de ambulatório. Introdução: A dor é uma experiência única, pessoal e subjectiva. Segundo a circular normativa n.º 11/DSCS/DPCD de 18 de Junho de 2008 da Direcção Geral da Saúde (DGS)o controlo da dor deve ser encarad...

  19. Dor pós-operatória em crianças: uma abordagem de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Louise Amália de Moura

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar e descrever, sob o enfoque de gênero, as associações entre o sexo e as variáveis específicas da dor pós-operatória em pediatria. Corte transversal com 77 crianças, com idades entre seis e 13 anos (M=9 anos; dp=2,2 anos, ASA I e II, 77,9% pertencentes às classes socioeconômicas C e D, 68,8% meninos e 32,8% meninas. Os dados foram coletados no primeiro dia pós-operatório, por meio de entrevista semi-estruturada e quatro escalas de medida. As principais doenças de base foram adenoamigdalite e fraturas. A prevalência de dor foi de 91,7% para meninas e 75,5% para meninos (p>0,05. Não houve associação entre intensidade de dor e sexo; as palavras mais utilizadas para descrever a dor foram corta e aperta. A escala preferida foi a Escala de Faces do Cebolinha e da Mônica. O manejo da dor em pediatria ainda é inadequado e o gênero pode influenciar na resposta dor.

  20. Fisioterapia motora em pacientes adultos em terapia intensiva

    OpenAIRE

    Borges,Vanessa Marcos; Oliveira,Luiz Rogério Carvalho de; Peixoto,Elzo; Carvalho, Nilza Aparecida de Almeida

    2009-01-01

    O objetivo desse estudo é realizar uma revisão da literatura abordando o tema fisioterapia motora para pacientes adultos em unidade de terapia intensiva. A busca de artigos científicos foi realizada nas bases de dados PubMed, MedLine (Literatura Internacional em Ciências e Saúde), LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências e Saúde) e Cochrane entre 1995 e dezembro de 2008 utilizando as palavras-chaves: physical therapy, mobilization and intensive care unit. Para efeito de com...

  1. Pain control in small animalsControle da dor em pequenos animais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Duarte Penter

    2011-12-01

    Full Text Available Pain is an unpleasant sensory or emotional experience that follows the application of a noxious stimulus. Can be experienced with or without the concomitant occurrence of physical stress signs, which occurs frequently in animals caused by trauma, systemic disease or surgical procedures. The control depends on length, where there are painful impulses and mental status of the animal. It is an important clinical condition, resulting in suffer that will affect quality life. This paper is a review of pathophysiology and pain control in small animals.A dor é uma experiência sensorial ou emocional desagradável que se segue à aplicação de um estímulo nocivo. Pode ser vivenciada com ou sem o acontecimento concomitante de sinais físicos de estresse, trauma, doença sistêmica ou procedimento cirúrgico. Seu controle depende de sua duração, de onde surgem os impulsos dolorosos e do estado de consciência do animal. É uma condição clinicamente importante, que resulta em sofrimento e afeta a qualidade de vida dos animais. O objetivo deste trabalho é a revisão da fisiopatologia e controle da dor em pequenos animais.

  2. Impacto da terapia de suporte nas alterações otológicas em pacientes com desordem temporomandibular

    OpenAIRE

    UEMOTO,Luciana; Macedo,Miguel Eduardo Guimarães; Alfaya, Thays Almeida; Souza,Fernanda Nunes de; Barcelos,Roberta; Gouvêa, Cresus Vinícius Depes de

    2012-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As queixas de sintomas otológicos podem estar associadas a quadros de disfunção temporomandibular (DTM). A placa miorrelaxante é uma alternativa de tratamento para a DTM, pois oferece oclusão ideal para o paciente, atuando nos sintomas de dor. Considerando as características conservadoras e reversíveis da terapia de suporte com placa miorrelaxante, o objetivo deste estudo foi avaliar seu impacto na frequência de alterações otológicas em pacientes com DTM. MÉTODO: Re...

  3. Descritores de dor presentes nas narrativas de crianças em tratamento oncológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Moraes Studart-Pereira

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo A avaliação da dor em crianças necessita de um olhar específico voltado para sua descrição. Considerar aspectos do desenvolvimento cognitivo e linguístico é fundamental na interpretação da experiência dolorosa na população infantil. Trata-se de um estudo de qualitativo que teve como objetivo identificar os descritores de dor presentes nas narrativas de crianças em tratamento oncológico e compará-los aos presentes em um instrumento para adultos. Desenvolvido em um Centro de Oncohepatologia Pediátrico, no período de março a outubro de 2013. A população foi composta por 26 escolares, de ambos os sexos, com idade média de 8 anos e 7 meses. Os resultados apontam que, independentemente da idade, a utilização de reforços figurativos na comunicação oral é bastante presente como apoio na descrição da dor e revelam a necessidade da criação de instrumentos de avaliação de dor adequados às faixas etárias, de forma a facilitar as representações simbólicas em crianças.

  4. Diagnosticos de enfermagem em pacientes classificados nos niveis I e II de prioridade do Protocolo Manchester

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Chaves de Souza

    2013-12-01

    Full Text Available O estudo objetivou identificar possíveis diagnósticos de enfermagem em pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade do protocolo Manchester. Trata-se de estudo descritivo retrospectivo, cuja amostra foi de 40 prontuários de pacientes classificados nos níveis I e II de prioridade. Para identificação dos diagnósticos de enfermagem dois especialistas analisaram sinais e sintomas registrados nos prontuários dos pacientes no momento da classificação de risco. No nível I de prioridade, os diagnósticos de enfermagem mais frequentes foram: dor aguda (65,0%, padrão respiratório ineficaz (45,0% e troca de gases prejudicada (40,0%. No nível II de prioridade foram: dor aguda (80,0%, náusea (10,0% e risco de desequilíbrio eletrolítico (10,0%. Percebeu-se que a utilização do protocolo de Manchester favorece a identificação de características definidoras e fatores relacionados/fatores de risco que subsidiam a elaboração de diagnósticos de enfermagem na classificação de risco.

  5. Ação antinociceptiva da diacereína em modelos de dor inflamatória e neuropática persistentes em camundongos

    OpenAIRE

    2004-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pos-Graduação em Farmacologia. A proposta deste estudo foi investigar os efeitos antinociceptivos da diacereína em modelos de dor inflamatória e neuropática persistentes em camundongos. As ações da diacereína foram comparadas com as da gabapentina, uma droga anti-convulsivante clinicamente utilizada para o controle da dor neuropática. Ambas diacereína e gabapentina foram capazes de r...

  6. Dor e comportamento de mulheres durante o trabalho de parto e parto em diferentes posições

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evenise Nilsen

    2011-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a intensidade da sensação dolorosa e o comportamento, durante o trabalho de parto e parto, entre mulheres que tiveram parto normal, sem analgesia, nas posições semi-sentada, decúbito lateral esquerdo e litotomia. O estudo foi descritivo, transversal e correlacional. Foram usados um questionário validado que avalia dor e comportamento durante o trabalho de parto e parto, segundo a perspectiva da mulher, e duas escalas de dor: uma analógica e outra alfanumérica. Observou-se que a dor entre as mulheres que pariram em litotomia foi significativamente menor em comparação com decúbito lateral esquerdo (p=0,003, embora a posição tenha sido escolhida pela mulher. Houve associação entre dor e comportamento. A dor no trabalho de parto e parto estavam associadas entre si, assim como o comportamento nesses dois momentos. Os resultados indicam uma associação entre posição no parto e sensação dolorosa, mas não foi possível identificar fatores explicativos, sendo necessário desenvolver estudos longitudinais.

  7. Termo do 1º Consenso em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial Statement of the 1st Consensus on Temporomandibular Disorders and Orofacial Pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Vieira Carrara

    2010-06-01

    Full Text Available O Termo do 1º Consenso em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial* foi criado com o propósito de substituir divergências por evidência científica dentro dessa especialidade da Odontologia. O documento oferece informações claras e fundamentadas para orientar o cirurgião-dentista e demais profissionais de saúde sobre os cuidados demandados pelo paciente, tanto no processo de diagnóstico diferencial quanto na fase de aplicação das terapias de controle da dor e disfunção. O Termo foi aprovado no mês de janeiro de 2010 em reunião realizada durante o Congresso Internacional de Odontologia do Estado de São Paulo e converge o pensamento dos profissionais mais conceituados do Brasil na especialidade Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial.This Statement of the 1st Consensus on Temporomandibular Disorders and Orofacial Pain was created with the purpose of substituting controversies for scientific evidence within this specialty field of dentistry. The document provides clear and well-grounded guidance to dentists and other health professionals about the care required by patients both in the process of differential diagnosis and during the stage when they undergo treatment to control pain and dysfunction. The Statement was approved in January 2010 at a meeting held during the International Dental Congress of São Paulo and draws together the views of Brazil's most respected professionals in the specialty of Temporomandibular Disorders and Orofacial Pain.

  8. Dimensoes da vulnerabilidade para as familias da crianca com dor oncologica em ambiente hospitalar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Graca Corso da Motta

    2013-09-01

    Full Text Available Identificar aspectos que demonstrem as dimensões da vulnerabilidade no universo familiar na ótica da família de crianças com dor oncológica em ambiente hospitalar Trata-se de um estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativa, realizada na Unidade de Hematologia e Oncologia Pediátrica, de um hospital de grande porte da cidade de Porto Alegre - RS. Participaram do estudo nove famílias, utilizando-se para coleta dos dados o Método Criativo Sensível, por meio das dinâmicas de criatividade e sensibilidade, analisadas conforme o referencial da Análise de Conteúdo de Minayo, nos meses de Maio e Junho de 2010 Constatou-se que a doença traz à tona situações de vulnerabilidade, conferindo à criança e à família, sofrimento, dor, medo, angústia, desgaste físico e mental, causados pelo câncer. Assim, a Enfermagem, ao apropriar-se do marco conceitual da vulnerabilidade, pode visualizar novas dimensões do processo saúde/doença auxiliando a criança doente e sua família.

  9. Sistema de Apoio à Decisão Baseado em Ontologias para Unidades de Dor Torácica

    OpenAIRE

    2006-01-01

    Este artigo apresenta uma proposta de um sistema de apoio à decisão para auxiliar os profissionais de saúde com atividades nas Unidades de Dor Torácica. O sistema foi desenvolvido baseado em regras e combina o uso de ontologias para facilitar a disseminação do conhecimento.

  10. Sistema de Apoio à Decisão Baseado em Ontologias para Unidades de Dor Torácica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimara Canestraro

    2006-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta uma proposta de um sistema de apoio à decisão para auxiliar os profissionais de saúde com atividades nas Unidades de Dor Torácica. O sistema foi desenvolvido baseado em regras e combina o uso de ontologias para facilitar a disseminação do conhecimento.

  11. Tireopatias em pacientes com diabetes tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina Coelho Gozzano

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: Distúrbios metabólicos no diabetes mellitus (DM podem interferir nos níveis de T4 livre e TSH, assim como as disfunções tireoidianas podem influenciar no controle glicêmico. A prevalência de tireopatias (TP em diabéticos é maior que na população total. Entre os pacientes com DM1, sobretudo mulheres, observa-se maior frequência de hipotireoidismo (HP primário autoimune, devido aos genes de suscetibilidade compartilhados. A relação entre DM2 e a função tireoidiana foi menos estudada. Além disso, o tratamento do HP impede o aparecimento de dislipidemia e evita os efeitos da diminuição dos hormônios tireoidianos sobre o controle glicêmico. Objetivo: Mostrar a prevalência entre DM2 e TP. Metodologia: Estudo retrospectivo vertical de 118 diabéticos consultados nos últimos 2 anos com pesquisa de alterações tiroidianas: TSH, T4 e US tireoideano. Análise estatística descritiva, comparando os grupos. Resultado: Maioria homens (55,1%. O tempo de diabetes variou entre 1 e 25 anos (média de 8,9±6,6; e a idade, entre 25 e 89 anos (média de 59,3±13,0. Foram encontrados alterações em 29 pacientes (24,6%, 18 mulheres (34% e 11 homens (16,9%. (X2=4,57 e df–1, p=0,032. As alterações mais frequentes: HP (19,5%, nódulos (2,5% e cistos (1,7%. Conclusão: Os dados mostram a prevalência de TP em pacientes com DM2 sendo mais frequente em mulheres. É importante a investigação de TP em diabéticos para a prevenção e melhor controle glicêmico.

  12. Kinesio Taping versus Stretching Global Ativo na diminuição da dor lombar em grávidas

    OpenAIRE

    Parreira, Filipa

    2013-01-01

    Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia A dor lombar é considerada um sintoma frequente e habitual entre as grávidas, principalmente nos últimos meses de gravidez, o que irá reduzir a sua qualidade de vida. Objetivo: estudar a eficácia da aplicação de kinesio taping (KT) e do método Stretching Global Ativo (SGA) no tratamento da dor lombar durante a gravidez. Metodologia: foram selecionada...

  13. Dor e lesões em bailarinos adolescentes: revisão sistemática

    OpenAIRE

    Silva,Andressa Melina Becker da; Enumo, Sônia Regina Fiorim

    2016-01-01

    RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dança não é uma modalidade esportiva, mas, por ter competições, exige muito preparo físico dos bailarinos, o que ocasiona quadros álgicos, os quais, por sua vez, levam a lesões. Na adolescência, essa condição é mais grave, pois o corpo está em desenvolvimento. Considerando a importância de estudar essa condição de risco à saúde de bailarinos na adolescência, este estudo apresenta uma revisão sistemática da literatura nacional e internacional sobre a dor e ...

  14. Vasculite mesentérica em paciente com lúpus eritematoso sistêmico juvenil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adão F. Albuquerque-Netto

    2013-04-01

    Full Text Available A vasculite mesentérica lúpica (VML é uma rara causa de dor abdominal aguda. Há poucos relatos de caso demonstrando VML em adultos e, particularmente, em crianças e adolescentes. No entanto, para o nosso conhecimento, a prevalência dessa grave vasculite em uma população pediátrica com lúpus ainda não foi estudada. Portanto, dados de 28 anos consecutivos foram revisados e incluídos 5.508 pacientes em seguimento no Hospital da Faculdade de Medicina da Univesidade de São Paulo (FMUSP. Identificamos 279 (5,1% casos que preencheram critérios de classificação diagnóstica do American College of Rheumatology para lúpus eritematoso sistêmico (LES e um (0,4% desses apresentou VML. Este paciente recebeu diagnóstico de LES aos 11 anos de idade. Aos 13 anos foi hospitalizado com dor abdominal difusa e aguda, náuseas, vômitos biliosos, distensão e rigidez abdominal, com descompressão brusca positiva. O paciente foi prontamente submetido à laparotomia exploradora, identificando isquemia intestinal segmentar, com edema de parede intestinal e aderências. Foi realizada ressecção parcial de intestino delgado, com lise das aderências e pulsoterapia com metilprednisolona. A análise histopatológica identificou arterite de vasos mesentéricos. Após 13 dias, apresentou recorrência de dor abdominal difusa intensa, sendo novamente submetido à laparotomia exploradora, identificando obstrução em intestino delgado por aderências, com gangrena intestinal. Nova ressecção intestinal foi realizada, além de pulsoterapia com metilprednisolona e infusão de imunoglobulina. Portanto, VML é uma rara e grave manifestação abdominal na população com lúpus pediátrico, e pode ser a única manifestação de atividade da doença. Além disso, este estudo reforça a importância do diagnóstico precoce e do tratamento imediato.

  15. Comparação entre duas associações de analgésicos não opioides e opioides no controle da dor do abscesso dentoalveolar agudo em evolução : um ensaio clínico randomizado

    OpenAIRE

    2015-01-01

    Objetivos: Avaliar o manejo da dor em Endodontia por meio de dois estudos: Artigo 1 – um ensaio clínico randomizado comparando a eficácia analgésica de duas associações de opioide e não opioide no controle da dor do Abscesso Dentoalveolar Agudo (ADA) em evolução; Artigo 2 – uma revisão sistemática investigando a eficácia e segurança de terapia sistêmica para o tratamento da dor de origem endodôntica. Métodos: No Artigo 1, foram incluídos 24 pacientes que procuraram atendimento em serviço odon...

  16. Pancreatite crônica: resultados do tratamento cirúrgico em 74 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Louro Costa

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as indicações, técnicas e resultados do tratamento cirúrgico de 74 pacientes operados por complicações da pancreatite crônica. MÉTODO: Foram pacientes consecutivos, estudados prospectivamente pelo preenchimento de um protocolo individual, no período de 1971 a 2000. Foram realizadas cirurgias de derivação e ressecção. O acompanhamento foi feito pelo agendamento de consultas no ambulatório, por convocação por cartas e telefonemas. RESULTADOS: Dos 270 pacientes com pancreatite crônica, acompanhados pelo Serviço, 74 (27,4% foram operados. Destes 74 pacientes, 97,7% eram do sexo masculino e a idade variou de 15 a 63 anos, com média de 39,4 anos para alcoolistas e 33,1 para aqueles com outras etiologias. O alcoolismo foi a causa da doença em 68 pacientes (90,5% e os outros casos estiveram relacionados a hiperparatiroidismo(1, pancreatite hereditária (1, fibrose retroperitoneal (1 e em três casos a etiologia não foi definida. As seguintes causas únicas ou associadas definiram a indicação cirúrgica:1. dor em 44,6% dos pacientes; 2. compressão de vias biliares em 28,4%; 3. pseudocistos em 12,2%; 4. fístulas internas em 10,8%. Cinqüenta pacientes (67,5% foram submetidos a operações de derivação e 24 (32,5% a cirurgias de ressecção. Oito pacientes derivados (16,0% complicaram, ocorrendo três óbitos; dez ressecados (41,6% complicaram, com cinco óbitos. Os óbitos estiveram relacionados a abscessos, às deiscências e às hemorragias cirúrgicas. CONCLUSÕES: As cirurgias de derivação mostraram-se mais seguras e as complicações que evoluíram com infecção foram as mais graves e ocorreram com mais freqüência nas ressecções.

  17. Diferential diagnosis in atypical facial pain: a clinical study Diagnóstico diferencial em dor facial atípica: estudo clínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Cláudio Marinho Nóbrega

    2007-06-01

    índrome de Wallenberg; 1 (5,0% tinha um tumor intracraniano; 1 (5,0% tinha câncer oral (carcinoma epidermóide, e 1 (5,0% tinha síndrome da ardência bucal (SAB associada à fibromialgia. Expressões espontâneas utilizadas para a dor não diferiram entre os 2 grupos (p=0,82. Alodínia foi freqüente nos doentes com DFS (p=0,05 e emoções foi o fator desencadeante mais comum no grupo com DFA (p=0,06. Doentes com DFA apresentaram mais eventos traumáticos anteriores ao início da dor (p=0,001. CONCLUSÃO: Pacientes com DFA apresentaram mais: a eventos traumáticos anteriores à cirurgia e b emoções como fator desencadeante de dor. Estes dados realçam a necessidade de profissionais treinados em dor nas equipes multidisciplinares para o diagnóstico preciso e tratamento adequado desses doentes.

  18. O cuidado do paciente oncológico com dor crônica na ótica do enfermeiro El cuidado del paciente oncológico con dolor crónico en la visión del enfermero The care to cancer patients with chronic pain in the view of nurses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lili Marlene Hofstätter da Silva

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar como o enfermeiro interpreta o cuidado com o paciente oncológico com dor crônica. O estudo foi desenvolvido com oito enfermeiros de uma instituição hospitalar. Os dados foram coletados por entrevistas semi-estruturadas e na análise identificamos três categorias analíticas: a avaliação da dor crônica do paciente oncológico, a importância do cuidado multidisciplinar e as dificuldades para o cuidado do paciente. Os resultados mostram que os enfermeiros têm dificuldades em desenvolver o cuidado com o paciente devido à falta de conhecimentos específicos sobre o câncer, dor crônica e sua terapêutica, como também, nas habilidades expressivas para promoverem o apoio psicológico adequado.El objetivo de este estudio fue identificar como el enfermero interpreta el cuidado para el paciente oncológico con dolor crónico. El estudio fue desarrollado con ocho enfermeros de una institución hospitalaria. Los datos fueron recolectados por entrevistas semi-estructuradas y en el análisis identificamos tres categorías analíticas: la evaluación del dolor crónico del paciente oncológico, la importancia del cuidado multidisciplinario y las dificultades para el cuidado del paciente. Los resultados muestran que los enfermeros tienen dificultades para desarrollar el cuidado con el paciente debido a la falta de conocimientos específicos con respecto al cáncer, dolor crónico y su tratamiento, como también, en las habilidades expresivas para la promoción del apoyo psicológico adecuado.This study aims to understand how nurses interpret the care given to cancer patients with chronic pain. The informers were eight nurses from a public hospital. Data were collected on the basis of semi-structured interviews and the analysis identified three analytical categories: the evaluation of patients' pain, the importance of multidisciplinary care and nurses' difficulties to care for these patients. The results show

  19. Análise do SICK Scapula em jogadores de handebol com e sem dor no ombro durante o arremesso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Peixoto Leão Almeida

    2014-07-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A discinesia escapular é definida como uma alteração da posição escapular, tanto dinâmica quanto estática, resultante de desequilíbrios da musculatura periescapular secundários à fadiga, trauma ou lesão neurológica. O SICK Scapula avalia e caracteriza as alterações escapulares estaticamente, variando de 0 a 20 pontos (0 = melhor possível. No exame, a escápula é avaliada em três aspectos: dor objetiva, dor subjetiva e mau posicionamento escapular. OBJETIVO: Comparar o SICK Scapula entre jogadores de handebol sintomáticos e assintomáticos. MÉTODOS: A amostra foi composta por 57 atletas de handebol divididos em dois grupos, de acordo com a presença de dor no ombro: grupo assintomático (GA (N = 27 e grupo sintomático (GS (N = 30. O SICK Scapula foi avaliado entre os atletas, tanto em relação à sua pontuação final como às subescalas. O GS apresentou maior pontuação no SICK Scapula em relação ao GA (8 ± 2,3 vs 2,7 ± 1,8; p<0,001. RESULTADOS: Nas subescalas, os GA e GS também apresentaram diferenças significantes quanto à dor subjetiva (0 vs. 1,73 ± 0,83; p < 0,001, dor objetiva (0,41 ± 0,64 vs. 2,5 ±0,86; p < 0,001 e mau posicionamento escapular (2,3 ± 1,9 vs. 3,7 ± 1,5; p = 0,002. CONCLUSÃO: Os atletas de handebol com dor relacionada ao arremesso apresentam maior pontuação com relação à dor e às alterações de posicionamento escapular, segundo avaliação pelo SICK Scapula, em comparação com os que não apresentam sintomatologia.

  20. A diferenciação da dor do infarto agudo do miocárdio entre pacientes diabéticos e não-diabéticos Diferenciación del dolor del infarto agudo de miocardio entre pacientes diabéticos y no diabéticos The difference in acute myocardial infarction pain between diabetic and non diabetic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandra de Gouveia Pacheco Gondim

    2003-12-01

    Full Text Available O estudo teve como objetivo comparar a dor do infarto agudo do miocárdio (IAM entre pacientes diabéticos e não-diabéticos. Uma amostra de 80 pacientes com IAM, divididos em 2 grupos com e sem diabetes mellitus (DM, sendo 29% diabéticos e 71% não-diabéticos. Os pacientes com DM referiram ausência de dor (pEl objetivo de este estudio fue comparar el dolor del infarto agudo de miocardio (IAM entre pacientes diabéticos y no diabéticos. La muestra la conformaron 80 pacientes con IAM divididos en dos grupos: con y sin diabetes mellitus (DM, siendo el 29% diabéticos y el 71% no diabéticos. Los pacientes con DM manifestaron ausencia de dolor (pThe goal of this study was to compare the acute myocardial infarction (AMI pain between diabetic and non diabetic patients. A sample of 80 AMI patients was divided in two groups, with and without diabetes mellitus (DM, being 29% diabetic and 71% non diabetic patients. The patients with DM said they had no pain (p<0.05 and gave lower scores for pain when compared with patients without DM. There was a significant difference between average scores for pain among diabetic and non diabetic patients (p<0.001. In conclusion, the diabetic patients presented no pain or diminished pain when compared with patients without diabetes.

  1. Oftalmoplegia internuclear em paciente com mielose funicular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Lamartine de Assis

    1968-06-01

    Full Text Available É relatado um caso de oftalmoplegia internuclear, tipo posterior, com manifestações oculares bilaterais e assimétricas em paciente com mielose funicular. O diagnóstico da natureza da moléstia foi comprovado pela prova de absorção da vitamina B12 radioativa marcada com 57Co (método de Schilling. Foram realizados três exames electromiográficos do músculo reto mediai mais afetado (esquerdo, com intervalos de 45 a 90 dias, não tendo havido modificação dos traçados. O electromiograma nada mostrou de específico e permitiu excluir lesão neurogênica (paresia ou paralisia do 3.° nervo e muscular propriamente dita (miopatia.

  2. Implantologia em pacientes oncológicos

    OpenAIRE

    Andrade, Isabel Margarida Costa Pinto Fonseca

    2011-01-01

    Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária Pacientes Oncológicos fazem cada vez mais parte do dia-a-dia da prática da Medicina Dentária. O cancro da cabeça e pescoço tem uma maior relevância para o Médico Dentista no que se refere às consequências do seu tratamento e posteriormente na sua reabilitação. A maior parte dos doentes com patologia oncológica são tratados com cirurgia, podendo também incluir r...

  3. Comparação de morfina administrada por via intravenosa e via epidural com/sem bupivacaína ou ropivacaína no tratamento da dor pós-toracotomia com a técnica de analgesia controlada pelo paciente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Esra Mercanoğlu

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo randomizado, duplo-cego e prospectivo foi determinar a eficácia e os efeitos colaterais da administração por via intravenosa ou epidural de morfina, bupivacaína ou ropivacaína no tratamento da dor pós-toracotomia. MÉTODOS: Sessenta pacientes submetidos a procedimentos de toracotomia eletiva foram randomicamente alocados em quatro grupos com o uso da técnica de envelopes lacrados. Os grupos MIV, ME, MEB e MER receberam morfina controlada pelo paciente por via intravenosa, e morfina, morfina-bupivacaína e morfina- ropivacaína epidural, respectivamente. Frequência cardíaca, pressão arterial e saturação de oxigênio perioperatórias e dor pós-operatória em repouso e durante a tosse, efeitos colaterais e necessidade de analgésicos de resgate foram registrados aos 30 e 60 minutos e em duas, quatro, seis, 12, 24, 36, 48 e 72 horas. RESULTADOS: A necessidade de sódio diclofenaco durante o estudo foi menor no grupo ME. A área sob a curva de tempo na VAS foi menor no grupo ME em comparação com o Grupo MIV, mas similar aos Grupos MEB e MER. Os escores de dor em repouso foram maiores nos tempos 12, 24, 36 e 48 horas no Grupo MIV em comparação com o Grupo ME. Os escores de dor em repouso foram maiores aos 30 e 60 minutos nos Grupos ME e MIV em comparação com o Grupo MEB. Os escores de dor durante a tosse aos 30 minutos foram maiores no grupo ME em comparação com o Grupo MEB. Não houve diferença entre os Grupos MIV e MER. CONCLUSÕES: Morfina administrada por via epidural foi mais eficaz do que por via intravenosa. A eficácia foi maior no grupo EM no período pós-operatório tardio e no Grupo MEB no período pós-operatório inicial. Concluímos que morfina administrada por via epidural foi a mais eficaz e preferida.

  4. Sintomas de pacientes em tratamento oncológico = Symptoms of patients undergoing oncological treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brateibach, Valdecir

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: Associar sintomas de pacientes em tratamento oncológico com o tipo de tratamento, faixa etária e sexo. Materiais e Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico; realizado com 480 pacientes em tratamento atendidos em um Centro de Alta Complexidade de Tratamento para Câncer no Sul do Brasil no período de abril a dezembro de 2011. Resultados: A média de idade dos entrevistados foi de 58,23 (DP=13,11 anos. Os sintomas mais freqüentes nos pacientes em tratamento quimioterápico antineoplásico foram a fadiga e a dor com 78,5%, o que corresponde a 238 pacientes, seguido de constipação e insônia com 51,8% e 47,5%, respectivamente, e principalmente no sexo feminino. Na comparação das médias dos sintomas conforme o tratamento, náuseas e vômitos apresentaram associação com p=0,013, enquanto na comparação dos sintomas com os ciclos de vida náuseas e vômitos apresentaram p=0,05 e 0,24, respectivamente. Conclusão: O estudo evidencia associação estatística dos sintomas náuseas e vômitos com o ciclo de vida e tratamento, e revela maiores queixas entre as mulheres. Estes dados podem ser utilizados na prática assistencial, auxiliando na individualização da assistência

  5. Prevalência de dor musculoesquelética e associação ao transporte de material escolar em estudantes universitários

    OpenAIRE

    2013-01-01

    INTRODUÇÃO: A dor musculoesquelética, principalmente a lombalgia, consiste em uma queixa comum entre adolescentes e adultos jovens de países ocidentais industrializados e se constitui na segunda causa mais frequente de consultas médicas, precedida apenas de questões relacionadas a condições respiratórias. Recente atenção tem sido dada a influência do material escolar no desenvolvimento de dor lombar idiopática em adolescentes e jovens. OBJETIVO: Verificar a prevalência de dor m...

  6. Alodinia em pacientes com cefaleia em salvas e migrânea.

    OpenAIRE

    2012-01-01

    A dor é entendida como a manifestação de um dano real ou potencial que ameaça a integridade do indivíduo na dimensão física e na emocional. O seu significado e relevância são dados pela ressonância emocional que aquilata a graduação do sofrimento, em indivíduos diferentes, ou no mesmo em diferentes momentos. Atrelada a essa compreensão subjetiva da dor, existe ainda um fenômeno de sensação de dor causada por estímulos indolores, denominado alodinia, que é bastante prevalente...

  7. Anestesia venosa total para timectomia em paciente com Miastenia Gravis: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rezer Gabrielle

    2003-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Pacientes com doenças neuromusculares, como Miastenia Gravis, respondem de maneira anormal aos anestésicos, conforme a técnica e as drogas administradas. O objetivo deste relato é mostrar um caso de paciente portadora de Miastenia Gravis, submetida a timectomia sob anestesia venosa total com propofol e remifentanil. RELATO DO CASO: Paciente feminina, 52 anos, 72 kg, com história de Miastenia Gravis submetida a timectomia transesternal, sob anestesia venosa total, com o uso de propofol em infusão alvo controlada (3 g.ml-1 e remifentanil contínuo (0,3 µg.kg-1.min-1. Para a intubação traqueal foi utilizada succinilcolina (50 mg, sendo realizada sem dificuldade. Com a finalidade de realizar a analgesia pós-operatória, foram utilizados tramadol (50 mg, cetoprofeno (100 mg e dipirona (1 g, no per-operatório. Após a cirurgia, a infusão de propofol e remifentanil foi encerrada e, 15 minutos depois, a paciente foi extubada. A paciente apresentava-se eupnéica, acordada, sem dor, movimentando membros, com freqüência respiratória de 14 mpm e mantendo saturação de oxigênio de 97%. Permaneceu com cateter nasal de O2 a 2 L.min-1 na UTI intermediária, durante 36 horas, e recebeu alta hospitalar no 4º dia do pós-operatório. CONCLUSÕES: A anestesia venosa total, com agentes anestésicos de curta duração e sem metabólitos ativos, favoreceu a recuperação e a extubação precoce da paciente

  8. Compreendendo o significado da dor torácica isquêmica de pacientes admitidos na sala de emergência Comprendiendo el significado del dolor torácico por isquemia de pacientes admitidos en la sala de emergencia Understanding the meanings of ischemic chest pain of patients admitted in the emergency room

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rachel Damaceno de Araújo

    2007-12-01

    Full Text Available Os profissionais de enfermagem que atuam em serviços de emergência constantemente deparam-se com pacientes com dor torácica por isquemia. Este estudo objetivou compreender o significado deste tipo dor para o paciente durante a sua permanência na sala de emergência. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa realizado com dez pacientes admitidos em um serviço de emergência de um hospital privado localizado na zona sul da cidade de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada e analisados segundo a técnica de análise de conteúdo. Da análise decorreram os seguintes eixos temáticos: significado da dor torácica e sentimento no momento dos sintomas. Como resultados, pôde-se observar que o medo da morte, a preocupação com familiares são os significados mais importantes. Concluiu-se que os pacientes acometidos de dor torácica isquêmica necessitam apoio por parte da equipe de enfermagem no sentido de amenizar estes sentimentos.Profesionales de enfermería que trabajan en servicios de urgencia constantemente de deparan con pacientes sufriendo de dolor torácico por isquemia. Este estudio tuvo como objetivo comprender el significado que el dolor tiene para el paciente durante su permanencia en la sala de emergencia. Tratase de un estudio de abordaje cualitativo realizado con diez pacientes admitidos en un servicio de emergencia de un hospital localizado en la zona sur del municipio de São Paulo. Los datos fueran recogidos por medio de entrevista semiestructurada y analizados según la técnica de análisis de contenido. De la análisis surgieron las siguientes clases temáticas: significado del dolor y sentimientos ocasionados por el dolor en lo momento de los síntomas. Como resultados, ha sido posible observar que el miedo de la muerte y la preocupación con la familia son los significados más importantes. Se hay concluido que los pacientes con dolor torácica por isquemia necesitan de apoyo del

  9. Linfedema em Pacientes Submetidas à Mastectomia Radical Modificada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Freitas Júnior Ruffo de

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivo: avaliar a taxa de linfedema em pacientes tratadas cirurgicamente para câncer de mama e sua relação com o tipo de cirurgia, idade e peso das pacientes. Métodos: foram estudadas 109 pacientes portadoras de câncer de mama, submetidas à mastectomia radical modificada com conservação do músculo peitoral maior ou de ambos os peitorais. Considerou-se como linfedema quando houve diferença maior que 2,0 cm entre as circunferências dos membros superiores, mensurados acima e abaixo do olécrano. Resultados: observou-se uma taxa total de 14% de linfedema (15 casos. Entre as pacientes em que foram conservados ambos os músculos peitorais, a taxa foi de (9%, ao passo que quando se empregou a conservação apenas do grande peitoral, a taxa foi de 15% (p<0,4. Notou-se uma relação significativa entre a freqüência de linfedema e o peso e a idade das pacientes. O linfedema foi observado em apenas uma das 34 pacientes com menos de 46 anos e nenhuma das 19 pacientes com até 50 kg de peso apresentou linfedema. Conclusão: Na presente série, o linfedema de membro superior esteve associado a pacientes mais idosas e de maior peso.

  10. Principais queixas dolorosas em pacientes que procuram clínica de Fisioterapia

    OpenAIRE

    Batista,Ana Gabriela de Lima; Vasconcelos,Luciana Auxiliadora de Paula

    2011-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor é uma das queixas que mais levam pacientes procurar a fisioterapia. Quando não controlada influencia negativamente a qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi mensurar a intensidade e qualidade da dor de pacientes da Clínica Escola de Fisioterapia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Campus de Poços de Caldas. MÉTODO: Foram incluídos 102 pacientes de ambos os sexos, avaliados antes da primeira sessão de fisioterapia, avaliados pelo Mini Exa...

  11. Qualidade de vida e capacidade funcional em pacientes com úlcera arterial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Maria Renó Moreira

    2016-05-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a Qualidade de Vida (qv e a capacidade funcional em pacientes com Doença Arterial Periférica (dap e Úlceras Arteriais (ua. Metodologia: Estudo clínico descritivo e transversal, realizado no Sul de Minas Gerais, Brasil. Sessenta pacientes adultos alocados em três grupos —grupo dap com ua, grupo dap sem ua e grupo controle, sem dap e sem ua— foram entrevistados, utilizando-se os questionários Health Assessment Questionnaire (haq e o Short Form-36 Health Survey (sf-36 para medir a capacidade funcional e a qv, respectivamente. Para a comparação entre os grupos, foi utilizado o teste de Kruskal-Wallis. Resultados: Quarenta e dois participantes (70% são mulheres e a idade média foi de 63 anos. Os pacientes com dap, com ou sem ua, apresentaram incapacidade funcional significativamente maior que pacientes sem dap ( 0,01 nos componentes relacionados a deambulação, uso de utensílios domésticos, higiene e apreensão/sustentação de objetos. Os pacientes com dap, com ou sem lesões, apresentaram sf-36 escores significativamente mais baixos —menor qv— nos domínios Capacidade funcional, Aspectos físicos, Dor corporal, Vitalidade, Aspectos sociais e Aspecto emocional do sf-36 em relação ao grupo controle ( 0,001. Também foram observadas diferenças significativas ( 0,001 entre o grupo controle e o grupo com dap e ua nos domínios Estado geral de saúde e Saúde mental. Conclusão: Os pacientes com dap, com ou sem úlcera, apresentaram redução na capacidade de realização de algumas atividades cotidianas, além de baixos níveis de qv quando comparados aos pacientes sem a doença.

  12. Ocorrência de dor lombar e fatores associados em crianças e adolescentes de uma escola privada do sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Torres de Lemos

    2013-11-01

    Full Text Available Estudos têm demonstrado que indivíduos que apresentam dor lombar na infância e adolescência são acometidos também na vida adulta, reforçando a importância de que as causas sejam investigadas desde a idade escolar. Avaliou-se a ocorrência de dor lombar e fatores associados em 770 escolares de 7 a 17 anos de idade de uma escola privada de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A dor lombar foi definida como dor ou desconforto na região lombar no último mês e avaliada por meio de questionário. A ocorrência de dor lombar foi de 31,6%, sendo mais prevalente no sexo feminino (41,9% do que no masculino (21,4%. Os fatores associados à dor lombar foram sexo feminino, idade de 9 a 17 anos e os aspectos psicossociais hiperatividade (categorias limítrofe e anormal e sintomas emocionais (categoria anormal. O mapeamento da ocorrência de dor lombar, bem como a investigação de seus fatores associados é de fundamental importância para a identificação de crianças e adolescentes em risco e para o desenvolvimento de programas eficazes de prevenção primária.

  13. Caso 1/2013: homem de 69 anos com dor súbita em dorso e membro inferior direito e choque

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Vinícius Abreu do Espirito Santo

    2013-02-01

    Full Text Available MSM, homem, 69 anos, procurou atendimento médico por dor em dorso esquerdo e membro inferior direito. A radiografia de tórax revelou alargamento do mediastino. Estava em observação quando apresentou rebaixamento da consciência e choque. Foi observado enfisema subcutâneo em hemitórax esquerdo e abolição do murmúrio vesicular em base do mesmo pulmão. Foi feita a intubação orotraqueal e realizada drenagem de hemitórax esquerdo, com saída de líquido serossanguinolento. O ecocardiograma revelou ventrículo esquerdo (D/S: 44/29 mm; septo 12 mm; parede posterior 13 mm; discreta dilatação em raiz da aorta, presença de lâmina de dissecção e hematoma periaórtico. As valvas e pericárdio eram normais. O paciente foi transferido para o InCor. O exame físico (21 out 2004: 10h45 revelou paciente sedado, com intubação orotraqueal, com palidez cutânea, frequência cardíaca 90 bpm, pressão arterial 130 x 80 mmHg, drenagem torácica sanguinolenta do dreno tórax. Eletrocardiograma - frequência 90 bpm, ritmo sinusal, baixa voltagem no plano frontal e diminuição de voltagem em derivações esquerdas (fig. 1. A tomografia revelou enfisema subcutâneo bilateral, aorta torácica com contornos imprecisos na sua porção descendente (da artéria subclávia até porção média, colapso do pulmão esquerdo e grande coleção de características hemáticas em mesmo hemitórax e no mediastino médio e posterior. Pequeno pneumotórax à direita; pequeno derrame pleural à direita com alterações do parênquima subjacente. A análise do coração foi prejudicada pela presença do hemotórax. Durante a realização de tomografia apresentou ausência de pulsos, midríase, com assistolia, sem resposta às manobras de ressuscitação e faleceu (21 out 2011; 15h.

  14. Prevalência de dor musculoesquelética em corredores de rua no momento em que precede o início da corrida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiê Parma Yamato

    2011-06-01

    Full Text Available A participação em corridas de rua vem aumentando significativamente nos últimos anos, motivada pelos benefícios a saúde, fácil execução e baixo custo. Os objetivos desse estudo foram: analisar a prevalência de dor musculoesquelética em corredores de rua no momento em que precede o início da prova, além de discutir alguns fatores etiológicos relacionados à prática da corrida. Os participantes foram divididos em dois grupos, um grupo foi composto por corredores com queixa de dor musculoesquelética e outro sem queixa. Foi constatada uma diferença estatisticamente significante quando comparados o número de treinos por semana (p=0,03 e a quilometragem semanal percorrida (p=0,01. Concluímos que a prevalência de dor foi de aproximadamente 25% e estava diretamente associada ao volume de treino semanal.

  15. Desempenho cognitivo em pacientes operados de aneurisma cerebral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FOBE JEAN-LUC

    1999-01-01

    Full Text Available Vinte e cinco pacientes operados de aneurisma cerebral foram submetidos a avaliação cognitiva pós operatória tardia para linguagem, praxia, orientação, lógica, compreensão, memória, depressão, demência e gnosia visual. Os resultados foram correlacionados com idade, escala de Hunt-Hess à admissão, lado, local e tamanho do aneurisma, sangue à TC (Fisher, vaso-espasmo angiográfico (George. Déficit cognitivo tardio estava ausente em 8 pacientes (32%, era leve em 5 (20%, moderado em 6 (24% e grave em 6 (24%. A função cognitiva isoladamente mais alterada foi a da lógica com acometimento moderado e grave em 7 pacientes (28%, seguida de praxia em 6 (24%, orientação em 5 (20%, linguagem e memória em 4 (16%. A alteração gnósica visual, demência e depressão foram pouco frequentes. A compreensão estava levemente alterada em 3 pacientes. Na faixa etária 25-50 anos ocorreu melhor resultado cognitivo com sequela inexistente ou leve em 9 pacientes (75%. Os aneurismas da artéria comunicante posterior direita apresentaram déficit cognitivo tardio ausente ou leve em 5 pacientes (71,42%, os da artéria cerebral média direita apresentaram resultado equivalente em 2 (66,66%. Os aneurismas de artéria cerebral média esquerda apresentaram o pior resultado com sequela cognitiva moderada e grave em 5 pacientes (71,42%. As sequelas neuropsicológicas tardias apresentaram correlação direta com a idade, Hunt-Hess, sangue à TC, vaso-espasmo angiográfico e localização anatômica do aneurisma.

  16. Dialogando com enfermeiras sobre a avaliação da dor oncológica do paciente sob cuidados paliativos Dialogando con enfermeras acerca de la evaluación del dolor oncológico del paciente que recibe los cuidados paliativos Dialogues with nurses about oncologic pain assessment of patients under palliative care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Waterkemper

    2010-04-01

    Full Text Available Trata-se de relato de uma experiência reflexiva desenvolvida junto a enfermeiras de um hospital público de Florianópolis-SC, sobre a avaliação da dor do paciente com câncer em cuidados paliativos. Participaram desta prática seis enfermeiras no total de seis encontros distribuídos em três momentos educativos. A análise do diálogo empreendido evidenciou que, para as enfermeiras, somente dados mensuráveis e objetivos não são suficientes para avaliar a dor. Consideram imperativo ponderar aspectos biopsicosociais, valorizando integralmente a dor que o paciente refere. As enfermeiras destacam que há necessidade de construir uma sistematização da avaliação da dor para que o enfermeiro possa reforçar a importância do seu controle, fundamentar a prática, possibilitar o registro de informações e a educação continuada.Es un relato de experiencia acerca de la práctica desarrollada con enfermeras de un hospital público en Florianópolis sobre la evaluación del dolor del paciente con cáncer en los cuidados paliativos. Celebraronse seis reuniones, dividido en tres momentos educativos. Buscando el diálogo desarrollado sistemáticamente algunos significados se notan los cambios. Compreenderam que sólo los datos objetivos y cuantificables no son suficientes para evaluar el dolor. La diferencia radical está en la capacidad de las enfermeras consideraren aspectos biopsicosociais, destacando el dolor que otro senti e lo dice ter. Sin embargo, también darse cuenta de que el registro y controle del procedimiento, por las enfermeras y otros profesionales permite un controle más efectivo y su alivió. que a construção de uma sistematização da avaliação da dor para o enfermeiro é uma necessidade por permitir a enfermeira reforçar a importância do controle da dor, fundamentar a prática, possibilitar o registro de informações e a educação continuada.It is an experience report developed next to nurses of a public hospital of

  17. Procedimentos cirúrgicos em pacientes proctológicos selecionados, sob anestesia local: estudo de 150 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    HENRIQUES Alexandre Cruz

    2000-01-01

    Full Text Available Experiência no tratamento de 150 pacientes portadores de afecções anorretais e da região sacrococcígea operados sob anestesia local no Hospital de Ensino da Faculdade de Medicina do ABC, São Bernardo do Campo, SP, no período de março de 1995 a março de 1998. Descrevem a técnica anestésica empregada, operações realizadas e a tolerância ao procedimento. A morbidade intra-operatória foi de 10,6% (16 pacientes e a pós-operatória de 6% (9 pacientes. A idade dos pacientes variou entre 15 e 92 anos de idade, com média de 42 anos; 58% eram do sexo masculino e 42% feminino. O tempo médio de cirurgia foi de 45 minutos e o de permanência hospitalar foi de 8 horas. Todos os pacientes foram orientados sobre a técnica anestésica, suas vantagens e desvantagens, e somente após sua aprovação, a cirurgia era programada. Internação hospitalar foi necessária em cinco pacientes (3,3%. Em nenhum caso foi necessário modificar a técnica anestésica. Interrogados, 96,7% dos pacientes afirmaram não sentir dor durante a operação e que repetiriam o procedimento. Conclui-se que o tratamento cirúrgico das afecções orificiais e da região sacrococcígea com anestesia local além de viável e seguro, é bem aceito pelos pacientes.

  18. Miastenia gravis: resultados de timectomia em 52 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Teotonio de Oliveira

    1995-06-01

    Full Text Available Durante o período de 1971 a 1993, 52 miastênicos sem timoma (7 homens e 45 mulheres foram timectomizados por via esternal. Os resultados foram classificados em remissão e não-remissão . A taxa de remissão foi 48%. No grupo de remissões havia 5 homens e 20 mulheres. O tempo de seguimento foi de 5,5 anos em ambos os grupos. Os pacientes foram classificados clinicamente segundo a classificação de Osserman. De 16 pacientes na categoria II A, 11 entraram em remissão; de 36 pacientes nas categorias II B e III, 14 entraram em remissão. O tempo de duração de doença foi de 1,8 e 4,3 anos nos grupos de remissões e não-remissões, respectivamente. Todos os pacientes que entraram em remissão tinham menos de quatro anos de doença. Dos 43 pacientes com menos de quatro anos de doença, 42% não apresentaram remissão significando que um tempo de doença de menos de quatro anos não é indicador de remissão. Nossos dados indicam um melhor prognóstico quando a timectomia é feita nos primeiros quatro anos de doença.

  19. Comparação de morfina administrada por via intravenosa e via epidural com/sem bupivacaína ou ropivacaína no tratamento da dor pós-toracotomia com a técnica de analgesia controlada pelo paciente

    OpenAIRE

    Esra Mercanoğlu; Zekeriyya Alanoğlu; Perihan Ekmekçi; Sacide Demiralp; Neslihan Alkış

    2013-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O objetivo deste estudo randomizado, duplo-cego e prospectivo foi determinar a eficácia e os efeitos colaterais da administração por via intravenosa ou epidural de morfina, bupivacaína ou ropivacaína no tratamento da dor pós-toracotomia. MÉTODOS: Sessenta pacientes submetidos a procedimentos de toracotomia eletiva foram randomicamente alocados em quatro grupos com o uso da técnica de envelopes lacrados. Os grupos MIV, ME, MEB e MER receberam morfina controlada pelo ...

  20. Tuberculose refratária disseminada com acometimento do tendão bicipital em paciente imunocompetente

    OpenAIRE

    Oliveira,Marcelo dos Reis; Schiefer, Márcio; Silva,Marcos Britto da; Fontenelle,César; Ching-San Júnior,Yonder Archanjo; Franco, José Sérgio

    2009-01-01

    OBJETIVO: Relatar um caso raro de tuberculose disseminada em paciente imunocompetente, que evoluiu, durante o tratamento medicamentoso padrão, com envolvimento do tendão da porção longa do bíceps e da articulação do ombro. MÉTODOS: À primeira avaliação, o diagnóstico correto não foi feito e o paciente foi tratado com fisioterapia para tendinopatia do manguito rotador. Entretanto, apresentou rápida formação de massa na região anterior do terço proximal do braço e piora da dor. A punção da mass...

  1. Ensino de bem-estar e dor animal em cursos de medicina veterinária no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.D. Borges

    2013-02-01

    Full Text Available Currículos de medicina veterinária devem disponibilizar ferramentas para que os futuros profissionais atendam a demanda da sociedade, que inclui preocupações diretas com os animais. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil do panorama geral do ensino da medicina veterinária em relação a questões de bem-estar e dor animal. O método utilizado foi análise de documentos disponíveis online e coleta de dados via aplicação de questionários para coordenadores de curso de medicina veterinária. A descrição do curso, sua grade curricular e ementário foram estudados. Observou-se que 46% das 94 instituições estudadas apresentavam a disciplina de bem-estar animal e 26% ofereciam a disciplina de etologia. Houve evidência de que há uma pronta relação com a esfera física do bem-estar animal, sendo que as outras duas esferas, comportamental e psicológica, não recebem atenção similar ao longo dos cursos. Na avaliação do ementário, o termo "bem-estar animal" é empregado com caráter difuso e o termo "dor" encontra-se presente em 54% dos cursos estudados, relacionado principalmente a disciplinas de patologia, fisiologia, farmacologia e anestesiologia. Conclui-se que o ensino brasileiro de medicina veterinária enfatiza a esfera física do bem-estar animal, sendo importante o enriquecimento em relação às esferas comportamental e psicológica e ao ensino da dor.

  2. Achados eletrencefalográficos em pacientes com toxoplasmose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Moura Ribeiro

    1964-06-01

    Full Text Available Foram estudados os exames eletrencefalográficos de 34 pacientes com toxoplasmose, comparando-os com os eletrencefalogramas obtidos em grupo contrôle constituido por 50 indivíduos sem coriorretinite, sem síndrome convulsiva e sem sintomatologia neurológica. Para diferençar traçados eletrencefalográficos normais de traçados alterados foram considerados: a a presença, ou não, de atividade paroxística focal; b a freqüência geral da atividade elétrica; c as assimetrias de ritmo; d o caráter e grau de resposta à ativação pela hiperpnéia. Alterações eletrencefalográficas foram observadas em 30 (88,2% pacientes do grupo com toxoplasmose e em 27 (54% indivíduos do grupo contrôle. Atividade paroxística focal representada por ondas "sharp" foi registrada em 18 (53% pacientes do grupo patológico: em 7 a alteração foi encontrada no traçado de repouso e confirmada no traçado ativado pela hiperpnéia; em 10 a alteração só foi registrada durante o traçado ativado; em 1, só foi observada durante o traçado de repouso, não tendo sido o paciente submetido à ativação pela hiperpnéia. No grupo contrôle, a atividade paroxística focal foi observada em 8 (16% indivíduos, sendo que em um a alteração foi registrada durante o traçado de repouso e durante o sono. Ritmos rápidos de mais de 13 c/seg. foram registrados em 5 (15% pacientes do grupo patológico; no grupo contrôle não foram encontrados ritmos rápidos. Assimetria da atividade elétrica cerebral apareceu em 7 (21,2% pacientes do grupo patológico e em 3 (6% do grupo contrôle. Desorganização do ritmo foi encontrada em 15 (46,9% pacientes do grupo patológico e em 11 (22% do grupo contrôle, sempre mediante ativação pela hiperpnéia. A desorganização do ritmo, quando encontrada, revelou-se, em média, mais duradoura no grupo patológico que no grupo contrôle. Irregularidade do ritmo foi observada em 12 (37,5% pacientes do grupo patológico, sendo que em dois

  3. Linfedema em Pacientes Submetidas à Mastectomia Radical Modificada

    OpenAIRE

    Freitas Júnior Ruffo de; Ribeiro Luiz Fernando Jubé; Taia Lúcia; Kajita Dáissuke; Fernandes Marcus Vinícius; Queiroz Geraldo Silva

    2001-01-01

    Objetivo: avaliar a taxa de linfedema em pacientes tratadas cirurgicamente para câncer de mama e sua relação com o tipo de cirurgia, idade e peso das pacientes. Métodos: foram estudadas 109 pacientes portadoras de câncer de mama, submetidas à mastectomia radical modificada com conservação do músculo peitoral maior ou de ambos os peitorais. Considerou-se como linfedema quando houve diferença maior que 2,0 cm entre as circunferências dos membros superiores, mensurados acima e abaixo do olécrano...

  4. Linfedema em Pacientes Submetidas à Mastectomia Radical Modificada

    OpenAIRE

    Freitas Júnior Ruffo de; Ribeiro Luiz Fernando Jubé; Taia Lúcia; Kajita Dáissuke; Fernandes Marcus Vinícius; Queiroz Geraldo Silva

    2001-01-01

    Objetivo: avaliar a taxa de linfedema em pacientes tratadas cirurgicamente para câncer de mama e sua relação com o tipo de cirurgia, idade e peso das pacientes. Métodos: foram estudadas 109 pacientes portadoras de câncer de mama, submetidas à mastectomia radical modificada com conservação do músculo peitoral maior ou de ambos os peitorais. Considerou-se como linfedema quando houve diferença maior que 2,0 cm entre as circunferências dos membros superiores, mensurados acima e abaixo do olécrano...

  5. Manifestações musculoesqueléticas nos pacientes em programa de hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra de Sousa Braz

    2003-08-01

    Full Text Available Uma diversidade de alterações osteoarticulares tem sido descrita em pacientes em hemodiálise crônica. OBJETIVO: Verificar a proporção e o tipo de manifestação musculoesquelética (MME nos pacientes em programa de hemodiálise, em três centros da região metropolitana do Recife, e relacionálas com as variáveis sexo, etnia, idade atual do paciente e, ao iniciar a diálise, tempo de tratamento dialítico. MÉTODOS: Inicialmente, foram aplicados questionários em 197 pacientes distribuídos nos três centros no período de março de 2001 a janeiro de 2002. Após excluir 35 pacientes com diagnóstico prévio de doença reumatológica, investigou-se a presença de sinais e/ou sintomas de MME em 162 pacientes. A média de idade foi de 47,3 anos, a média da idade no início do tratamento foi de 43,8 anos, 94 pacientes (58% eram do sexo masculino e 120 (74,1%, não-caucasóides. O tempo médio do tratamento dialítico foi de 44,1 meses, sendo utilizada a membrana de polissulfona em todos. RESULTADOS: MME foram observadas em 55 (34% dos 162 pacientes do estudo. Destes, 38 apresentaram um único tipo de manifestação e 17 pacientes, mais de um tipo (16 apresentaram dois e um, três tipos, perfazendo um total de 73 manifestações distribuídas entre articulações (44, ossos (18, estruturas neuromusculares (seis e periarticulares (cinco. A artralgia foi responsável por 46,6% de todas as MME, e o joelho foi a articulação mais acometida (52,9% dos casos. A dor óssea foi a segunda queixa mais comum (21,9%, as alterações periarticulares corresponderam a 6,8% das MME; e síndrome do túnel do carpo, deformidades ósseas e tumorações articulares ocorreram em 4,1%, 2,7% e 2,7%, respectivamente, do total de MME. Entre os 55 pacientes, alterações articulares foram encontradas em 72,7% deles, ósseas em 32,7%, neuromusculares em 10,8% e periarticulares em 9,1% dos pacientes. Neste estudo, observou-se a relação entre o tempo médio de

  6. Diagnóstico pouco frequente de dor abdominal em unidade de emergência infantil Unusual diagnosis of abdominal pain in pediatric emergency unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suelen Bianca S. Martins

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar um caso de doença péptica na infância em escolar, com queixa inicial de dor abdominal aguda e palidez. DESCRIÇÃO DO CASO: Escolar de nove anos procurou pronto-socorro infantil com queixa de dor abdominal súbita e palidez. Não apresentava outros sintomas ou sinais ao exame físico além de mucosas descoradas e hemograma com nível baixo de hemoglobina. Durante a observação intra-hospitalar, apresentou episódio de melena. Foi realizada endoscopia digestiva alta, sendo observadas gastrite erosiva de antro e úlcera duodenal, com Helicobacter pylori positivo. O paciente foi tratado com esquema tríplice (inibidor de bomba de prótons e dois antimicrobianos por uma semana e, posteriormente, acompanhado ambulatorialmente. COMENTÁRIOS: O caso em questão descreve uma doença rara em unidade de emergência pediátrica. O paciente referia dor abdominal e observou-se palidez confirmada por baixo nível de hemoglobina, que se manteve nos exames subsequentes durante a observação no pronto-socorro infantil, dificultando o diagnóstico de sangramento ativo. Porém, a presença de melena na evolução facilitou e propiciou a condução do caso para se chegar à hipótese de sangramento digestivo alto. Realizada endoscopia digestiva alta, que confirmou o diagnóstico de gastrite erosiva de antro e úlcera duodenal H. pylori positiva, sendo, então, necessário tratamento específico, inclusive para erradicação da bactéria.OBJECTIVE: To report a case of peptic disease in a school child whose first symptoms were acute abdominal pain and paleness. CASE DESCRIPTION: A nine-year-old school child presented to a pediatric emergency unit with acute abdominal pain and sudden pallor. There were no other symptoms or signs on physical examination, except for discolored mucous and a low hemoglobin level. During hospital observation he presented one episode of melena. The esophagogastroduodenoscopy showed erosive antrum gastritis and

  7. Análise da sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular

    OpenAIRE

    DONEGÁ,Sílvio Henrique de Paula; Cardoso, Renato [UNIFESP; Antonio Sílvio Fontão PROCÓPIO; Luz,João Gualberto de Cerqueira

    1997-01-01

    Foi realizado estudo analisando a sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular. A queixa mais citada foi de dor na região pré-auricular (40,7%). Sintomatologia dolorosa articular (63,2%) e ruídos articulares (83,3%) foram os achados mais comuns ao exame clínico. Os ruídos articulares mais freqüentes foram os estalos (66,6%). Dor muscular ocorreu, em especial, nos músculos pterigóideo medial e lateral e na inserção do temporal. Houve decréscimo ...

  8. Incidência de disfunção sexual em pacientes com obesidade e sobrepeso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Martins e Silva

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência de disfunção sexual em pacientes com obesidade e sobrepeso atendidos no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA - UFAL. MÉTODOS: trata-se de um estudo descritivo transversal. A amostra foi constituída por pacientes do sexo feminino com sobrepeso ou obesidade. Foram coletados os dados antropométricos para avaliação do índice de massa corporal (IMC e da circunferência da cintura (CC. Em todos os indivíduos foi realizada a avaliação dos níveis séricos de glicose, colesterol total e triglicerídeos. Aplicou-se a versão validada em português do Índice de Função Sexual Feminina (IFSF, que analisa a resposta sexual quanto a desejo, excitação, lubrificação vaginal, orgasmo, satisfação sexual e dor. O escore total é a soma dos escores para cada domínio multiplicada pelo fator correspondente e pode variar de '2' a '36', considerando risco para disfunção sexual um escore total menor ou igual a '26'. RESULTADOS: foram avaliadas 23 mulheres com média de idade de 44 anos, onde 73,9% eram obesas e 82,6% apresentaram risco muito aumentado para complicações metabólicas (CC e"88cm. O risco aumentado para disfunção sexual esteve presente em 78,3% das entrevistadas, ocasionando prejuízos biopsicossociais. HAS, DM e dislipidemia estavam presentes em 33,3%, 22,2% e 61,1%, respectivamente, das pacientes sob risco para disfunção sexual. CONCLUSÃO: a análise dos resultados demonstra a necessidade de uma melhor investigação e atenção dos médicos para com pacientes com obesidade ou sobrepeso.

  9. La experiencia de sufrimiento en cuidadores principales de pacientes con dolor oncológico y no oncológico A experiência de sofrimento em cuidadores principais de pacientes com dor oncológica e não oncológica The experience of suffering in main care takers of patients with cancer-pain and non-cancer pain

    OpenAIRE

    ALICIA KRIKORIAN D; MARÍA CLARA VÉLEZ A; OLGA GONZÁLEZ T; CAROLINA PALACIO G; JOHN JAIRO VARGAS G

    2010-01-01

    El objetivo de la investigación es describir la experiencia de sufrimiento de los cuidadores informales de pacientes con dolor oncológico y no oncológico de tres instituciones de salud de Medellín. Es una investigación cualitativa de tipo fenomenológico. La muestra estuvo conformada por 16 cuidadores de pacientes con dolor oncológico y no oncológico. La información se recolectó a través de una entrevista semiestructurada y se cuantificó el nivel de sufrimiento por medio del termómetro emocion...

  10. Fisioterapia no tratamento da dor orofacial de pacientes com disfunção temporomandibular crônica Physiotherapy as treatment of orofacial pain in patients with chronic temporomandibular dysfunction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Franco

    2011-03-01

    Full Text Available Estudos recentes têm demonstrado resultados consistentes com o uso das terapias físicas nos casos de dor e limitação de movimentos em Disfunção Temporomandibular (DTM. Dessa forma, nosso objetivo foi avaliar o efeito de dez sessões de fisioterapia, exercícios e laserterapia no tratamento da dor muscular e da artralgia em uma mulher com DTM. O alívio médio dos sintomas dolorosos obtidos por sessão foi de 20%, atingindo valor zero nas últimas semanas e mantendo-se estável por 60 dias após o término do tratamento. Os resultados demonstraram que o protocolo de tratamento utilizado foi efetivo no alívio da dor da região articular, assim como da tensão do músculo masseter, levando a paciente a reduzir a ingestão de medicamentos para controle da dor. Entretanto, estudos adicionais são necessários para se definir com maior precisão o efeito de outros programas de fisioterapia, assim como sua interação com as demais modalidades de tratamento.Estudios recientes han demostrado resultados consistentes con el uso de la terapia física en casos de dolor y limitación del movimiento por disfunción temporomandibular. Esta investigación tuvo como objetivo evaluar el efecto de 10 sesiones de terapia física, ejercicio y terapia por láser en el tratamiento del dolor muscular y artralgias en una mujer con disfunción temporomandibular. El alivio de los síntomas dolorosos obtenido por sesión fue sobre un 20 % al acercarse a 0 en las últimas semanas y se mantuvo estable después de 60 días de finalizar el tratamiento. Los resultados mostraron que el protocolo de tratamiento utilizado fue eficaz para reducir el dolor de la articulación temporomandibular y la tensión del músculo masetero, a su vez le permitió al paciente reducir el uso de medicamentos. Sin embargo, son necesarios más estudios para definir con mayor precisión el efecto de otros programas de fisioterapia y su interacción con otras modalidades de tratamiento

  11. Influence of pain intensity on the unidimensional scales responses of pain measurement in an elderly and young adults population Influência da intensidade da dor sobre as respostas nas escalas unidimensionais de mensuração da dor em uma população de idosos e de adultos jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Alexandre Loth

    2008-10-01

    Full Text Available Pain is defined as an unpleasant sensorial and emotional experience associated to a current or potential damage to the tissue, or described in terms of this damage, as the “5th vital sign”. The purpose of this study was to evaluate the influence of the pain intensity on the responses in unidimensional scales of pain measurement in elderly people and young adults who were admitted to the Hospital Universitário do Oeste do Paraná. The pain was evaluated in both groups, the elderly (GI and young adults (GII, with a hundred individuals in each group, from April to July 2006, who were selected according to the research inclusion and exclusion criteria. Pain evaluation was carried out through the following scales: the Analogical Visual Scale (AVS, the Numerical Visual Scale (NVS and the Easy Scale (ES. Results showed a strong level of concordance between the GII-group scales, presenting statistical significance (pA dor é definida como uma desagradável experiência sensorial e emocional associada a um dano atual ou potencial do tecido, ou descrita em termos deste dano, recebendo a denominação de ”5º sinal vital”. Objetivou-se, neste estudo, avaliar a influência da intensidade da dor sobre as respostas nas escalas unidimensionais de mensuração de dor em idosos e adultos jovens internados no Hospital Universitário do Oeste do Paraná. Foi avaliada a dor de dois grupos de pacientes, idosos (GI e adultos jovens (GII, contendo 100 indivíduos cada grupo, do período de abril a julho de 2006, que foram selecionados conforme critérios de inclusão e exclusão da pesquisa. A avaliação da dor foi realizada através das escalas: Escala Visual Analógica (EVA, Escala Visual Numérica (EVN e Escala de Fáceis (EF. Os resultados apontaram forte nível de concordância entre as escalas no grupo GII, apresentando significância estatística (p<0,05 nas três classificações de dores, porém no grupo GI observou-se fraca concordância entre as

  12. Avaliação da dor em doentes com atrofia de sistemas múltiplos : estudo comparativo com a doença de Parkinson

    OpenAIRE

    Pinheiro, Sara Figueira da Câmara Lomelino

    2016-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado em Medicina área cientifica de Neurologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Introdução: A dor é um sintoma comum nos distúrbios Parkinsónicos, típicos e atípicos, influenciando negativamente a qualidade de vida destes doentes. Objectivo: Analisar a prevalência e as características da dor em doentes com Atrofia de Sistemas Múltiplos, comparando os resultados obtidos com a Doença de Parkinson. Métodos: Inclusão de 20 do...

  13. Analgesia regional periférica com lidocaína em paciente queimado: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geier Karl Otto

    2004-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A realização de anestesia regional em pacientes queimados é dificultosa pela localização aleatória das lesões térmicas. Elevadas taxas de alfa1 glicoproteína ácida com grande afinidade para drogas alcalinas, especialmente a lidocaína, têm sido observadas nesses pacientes. Este caso relata como o uso intermitente de anestesia e analgesia regional periférica com altas doses de lidocaína podem ser úteis em fornecer efetiva analgesia num paciente com queimaduras de segundo grau nos quatro membros, abrangendo, aproximadamente, 20% de área superficial queimada. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 23 anos, 86 kg, estado físico ASA II, com queimadura superficial da face, segundo grau nos quatro membros e elevada taxa sérica de alfa1 glicoproteína ácida (260 mg.dl-1, teve sua dor controlada com 11,6 mg.kg-1 de lidocaína com adrenalina 1:400.000 administrada por cateteres introduzidos e tunelizados para diversos procedimentos - irrigações e troca de curativos, desbridamentos, fisioterapia, enxertos cutâneos e analgesia diária durante 28 dias. CONCLUSÕES: Em pacientes queimados com injúrias térmicas localizadas nas extremidades, a analgesia regional periférica pode ser útil. As elevadas taxas séricas de alfa1 glicoproteína ácida e o local da injeção podem permitir o emprego de altas doses de lidocaína.

  14. A subjetividade permeando o processo de cuidar em enfermagem à criança com dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Rosa Persegona

    2007-08-01

    Full Text Available Artigo de reflexão que teve como objetivo discutir sobre a subjetividade que permeia o processo de cuidar de enfermagem à criança com dor pós-operatória, construído a partir da prática profissional e do referencial teórico acerca do tema. Cuidar da criança com dor pós-operatória requer habilidades e posturas peculiares, como a observação, a perspicácia, a escuta, a presença. Somente assim é possível perceber a subjetividade da criança que vivencia a dor, o que determinará a melhor forma de planejar o cuidado humano e adequá-lo às necessidades apresentadas. O reconhecimento da subjetividade que permeia o processo de cuidar apresenta-se como mais uma ferramenta para o processo de lapidação do cuidado humano e solidário, que tem sido a grande busca da enfermagem ao longo da sua história.

  15. Qualitative and quantitative aspects of pain in lateral posterior thoracotomy patients Aspectos cualitativo y cuantitativo del dolor de pacientes sometidos a la toracotomia postero-lateral Aspectos qualitativo e quantitativo da dor de pacientes submetidos à toracotomia póstero-lateral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaiza Teixeira Xavier

    2006-10-01

    . Las caracteristicas del dolor en el grupo sensorial fueron mais evidentes en el grupo masculino. No fueron observadas diferencias estadisticas significativas entre las respuestas cuantitativas del dolor de hombres y mujeres. En relacion al aspecto cualitativo fue observado una predominancia de los mismos descriptores verbales del componente afectivo del dolor para ambos los sexos. La intensidad del dolor fue categorizada como moderada, no hubo diferencia estadistica relevante cuanto al dolor en el postoperatorio de toracotomia postero-lateral. Estos datos dan margen para una analice con casuistica mayor.Estudo descritivo que objetivou comparar o comportamento qualitativo e quantitativo da dor em pacientes submetidos à toracotomia póstero-lateral (tpl. A amostra foi constituída por 18 indivíduos, sendo 10 homens e 8 mulheres com média de idade de 44 anos. Como instrumentos, utilizou-se a ficha de avaliação fisioterapêutica, escala numérica da dor e questionário para dor McGill. A dor na escala numérica foi considerada moderada (5 para ambos os sexos. Os descritores do questionário para dor McGill, escolhidos com maior freqüência pelos pacientes, foram: no componente sensorial, latejante4, pontada1, choque2, fina1 e puxão2; no componente afetivo, cansativa1, enjoada1, castigante1 e miserável1 e no componente avaliativo foi chata1. As características da dor no grupo sensorial foram mais evidentes no grupo masculino. Não foram observadas diferenças estatísticas significantes entre as respostas quantitativas da dor de homens e mulheres. No que diz respeito ao aspecto qualitativo, observou-se predominância dos mesmos descritores verbais do componente afetivo da dor para ambos os sexos. A intensidade dolorosa foi categorizada como moderada, não houve diferença estatística significativa quanto à dor no pós-operatório de toracotomia póstero-lateral. Esses dados dão margem para a análise com casuística maior.

  16. Avaliação da dor em recém-nascidos prematuros durante a fisioterapia respiratória

    OpenAIRE

    Nicolau,Carla Marques; PIGO, Juliana Della Croce; Bueno,Mariana; Falcão, Mário Cícero

    2008-01-01

    OBJETIVOS: avaliar a presença de dor durante a fisioterapia respiratória em prematuros submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: estudo prospectivo realizado entre fevereiro de 2003 e maio de 2004, sendo incluídos prematuros com idade gestacional

  17. Associação da catastrofização da dor com a incidência e a intensidade da dor perineal aguda e persistente após parto normal: estudo longitudinal tipo coorte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne Danielle Santos Soares

    2013-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O parto vaginal pode resultar em dor perineal aguda e persistente pósparto. Este estudo avaliou a associação da catastrofização, fenômeno de má adaptação psicológica à dor que leva o indivíduo a magnificar a experiência dolorosa, tornando-a mais intensa, com a incidência e a intensidade da dor perineal e sua relação com o trauma perineal. MÉTODO: Estudo coorte. Realizado com gestantes em trabalho de parto. Foi aplicada a escala de pensamentos catastróficos sobre a dor durante o internamento e foram avaliados o grau da lesão perineal e a intensidade da dor perineal nas primeiras 24 horas e após oito semanas do parto por meio da escala numérica de dor. RESULTADOS: Avaliadas 55 mulheres. Sentiram dor aguda 69,1% das pacientes. Dessas, 36,3% queixaram-se de dor de moderada/forte intensidade e 14,5% de dor persistente. O escore médio de catastrofização foi de 2,15 ± 1,24. As pacientes catastrofizadoras apresentaram um risco 2,90 vezes maior (95% IC: 1,08-7,75 de apresentar dor perineal aguda e 1,31 vezes maior (95% IC: 1,05-1,64 de desenvolver dor perineal persistente. Também apresentaram um risco 2,2 vezes maior de desenvolver dor perineal aguda de maior intensidade (95% IC: 1,11-4,33. CONCLUSÕES: A incidência de dor perineal aguda e persistente após parto vaginal é alta. Gestantes catastrofizadoras apresentam maior risco de desenvolver dor perineal aguda e persistente, como também dor de maior intensidade. O trauma perineal aumentou o risco de ocorrência de dor perineal persistente.

  18. TEMPERATURAS DAS DIETAS DE PACIENTES SERVIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Kelly de Sena Souza

    2016-08-01

    Full Text Available Para que o alimento possa cumprir seu papel de mantenedor do estado nutricional dos pacientes, é preciso considerar a composição nutricional, a qualidade microbiológica e os aspectos organolépticos da refeição. Nesse contexto, este estudo teve por objetivo avaliar a temperatura das preparações destinadas aos pacientes de um hospital particular em São Paulo. As refeições são acondicionadas em dois tipos de recipientes: pratos retornáveis e pratos térmicos descartáveis capazes de suportar reaquecimento em forno micro-ondas. Neste trabalho, foram analisadas as dietas oferecidas no almoço e jantar dos pacientes em sete refeições. A temperatura foi aferida na montagem, e antes da entrega ao paciente com um termômetro a laser. Todos os alimentos apresentaram temperaturas corretas ao final da cocção, porém apenas 5,4% das preparações se encontravam em temperatura de segurança no momento da montagem das bandejas dos pacientes. Nas copas, 8,9% das preparações se encontravam abaixo da temperatura correta, após o reaquecimento. Apesar do reaquecimento final possivelmente melhorar a aceitação da dieta, a qualidade microbiológica pode estar comprometida, uma vez que os alimentos foram mantidos em temperatura inadequada entre uma e duas horas. Torna-se necessário investimento em novos equipamentos no local de produção, para evitar perda da temperatura antes da montagem das bandejas com consequente aumento do tempo de exposição dessas preparações em temperaturas inadequadas, além de manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos utilizados no local de distribuição, treinamento dos funcionários e monitoramento constante da temperatura durante todo processo produtivo.

  19. O efeito agudo da terapia Bowen no limiar de dor e controlo postural em indivíduos saudáveis

    OpenAIRE

    Félix, Gonçalo José Silva

    2014-01-01

    Introdução: A fáscia é tecido conjuntivo inervado por terminações nervosas livres e por mecanoretores, tendo um papel importante na dor e na proprioceção. Acredita-se que a Terapia Bowen estimule os mecanorecetores e as terminações nervosas livres presentes na fáscia. Objetivos: Determinar o efeito imediato da Terapia Bowen no limiar de dor à pressão mecânica e no controlo postural em indivíduos saudáveis. Métodos: Este foi um estudo cruzado de amostras emparelhadas, duplamente cego, constitu...

  20. Disfunção temporomandibular e dor craniocervical em profissionais da área da enfermagem sob estresse no trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Pozzebon

    2016-04-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: verificar a presença e severidade de Disfunção Temporomandibular, presença de cefaleia e cervicalgia e o limiar de dor muscular de músculos cervicais em profissionais de enfermagem sob estresse no trabalho. Métodos: 43 mulheres foram avaliadas quanto à presença e severidade de Disfunção Temporomandibular pelo instrumento Critérios de Diagnóstico para Pesquisa de Desordem Temporomandibular e pelo Índice Temporomandibular, respectivamente. Além disso, foram avaliadas quanto ao limiar de dor à pressão nos músculos cervicais por algometria e quanto à presença de cefaleia e cervicalgia. Resultados: disfunção Temporomandibular foi encontrada em 30,23% da amostra, com valor médio de escore de gravidade de 0,52. Entre as participantes com Disfunção Temporomandibular, 69,23% apresentavam depressão, 61,64% graduação I de dor crônica e Sintomas Físicos não Específicos incluindo e excluindo itens de dor em 46,15% e 61,64%, respectivamente. Cefaleia foi referida por 55,81% e cervicalgia por 60,47%. Não houve associação entre Disfunção Temporomandibular, cefaleia e cervicalgia. Os limiares de dor dos músculos cervicais apresentaram-se baixos tanto nos indivíduos com diagnóstico de Disfunção Temporomandibular quanto nos sem este diagnóstico, sem diferença significativa. O músculo esternocleidomastóideo apresentou-se com os menores limiares de dor à pressão. Conclusão: alta incidência de Disfunção Temporomandibular, cefaleia e cervicalgia foram detectadas nesta amostra. Disfunção Temporomandibular não influenciou a presença de cefaleia e/ou cervicalgia. A alta frequência de dor cervical e os baixos limiares de dor no músculo esternocleidomastóideo em todas as participantes demonstram o comprometimento dos músculos cervicais, resultante de possíveis posturas inadequadas e tensão muscular relacionadas ao estresse.

  1. Estudo da prevalência de maus tratos na infância em mulheres com dor pélvica crônica

    OpenAIRE

    Kalil Antonio Salotti Tawasha

    2015-01-01

    Introdução: A dor pélvica crônica é uma condição clínica de elevada prevalência, cuja compreensão da fisiopatologia envolvida, ainda é parcial. A IASP (International Association for Study of Pain) define DPC como: dor crônica ou persistente percebida em estruturas relacionadas à pelve (sistema digestório, urinário, genital, miofascial ou neurológico), frequentemente associada com consequências emocionais, sexuais, comportamentais e cognitivas negativas, assim como com sintomas sugestivos de d...

  2. Ensino de bem-estar e dor animal em cursos de medicina veterinária no Brasil

    OpenAIRE

    T.D. Borges; Sans,E.C.O.; J.S. Braga; Machado,M.F.; Molento,C.F.M.

    2013-01-01

    Currículos de medicina veterinária devem disponibilizar ferramentas para que os futuros profissionais atendam a demanda da sociedade, que inclui preocupações diretas com os animais. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil do panorama geral do ensino da medicina veterinária em relação a questões de bem-estar e dor animal. O método utilizado foi análise de documentos disponíveis online e coleta de dados via aplicação de questionários para coordenadores de curso de medicina veterinária. A...

  3. Anestesia para craniotomia em paciente acordado: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Davi Bolzani

    2013-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Alguns procedimentos intracranianos são possíveis com pacientes acordados e os desafios vão da cooperação do paciente até a homeostasia. O objetivo é apresentar um caso de cirurgia intracraniana para exérese de tumor em lobo parietal esquerdo com o paciente em estado vígil. RELATO DE CASO: Após seleção do paciente e preparo psicológico, foi esclarecida e aceita a proposta de exérese de lesão parietal esquerda em estado vígil. Administraram-se propofol e remifentanil em perfusão contínua para manter o escore de Ramsay entre 2-3. Foi feito um bloqueio bilateral do escalpo com ropivacaína. Foi instalado o fixador de Mayfield e os campos cirúrgicos foram ajustados para manter vias aéreas e olhos acessíveis para o mapeamento com eletroestimulação e exérese da lesão. Para incisão da dura-máter foi aplicada uma compressa com lidocaína 2% por três minutos. A cirurgia transcorreu sem intercorrências. O paciente recebeu alta hospitalar no sétimo dia de internação sem apresentar complicação. CONCLUSÃO: Apesar de ser um desafio manter analgesia e estabilidade hemodinâmica com o paciente acordado, a infusão alvo-controlada do propofol estabeleceu o nível de consciência desejado; a do remifentanil titulou a analgesia e a sedação sem o acúmulo da droga e o bloqueio com a ropivacaína, uma analgesia satisfatória. Concluímos que a técnica anestésica foi satisfatória para nosso paciente.

  4. Dor crônica associada à AIDS: perspectiva de enfermeiros e médicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Meneses Oliveira

    2014-01-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar as características e o manejo da dor crônica associada à síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS na perspectiva de enfermeiros e médicos. Estudo qualitativo realizado em hospital de referência de Fortaleza-CE, Brasil, com 20 profissionais. Aplicou-se entrevista semiestruturada e os discursos foram analisados pela técnica de análise de conteúdo de Bardin, emergindo três categorias: Caracterização da dor; Avaliação clínica da dor; e Cuidado Clínico da dor. Encontrou-se que a dor na AIDS manifesta-se como persistente, incapacitante e de difícil controle, sendo seu manejo baseado na identificação acurada dos fatores causais e na implementação do tratamento farmacológico e não farmacológico prestado pela equipe interdisciplinar. O estudo traz dados relevantes sobre a dor em pacientes com AIDS hospitalizados, demonstrando a necessidade de repensar o modelo gerencial de cuidado para promover intervenções de maior eficácia analgésica e de aprimorar o atendimento interdisciplinar à dor para sua melhor avaliação e tratamento.

  5. Estudo das estratégias de coping e catastrofização em adolescentes com dor crónica

    OpenAIRE

    Farias, Ana Rita Ramos

    2014-01-01

    Tese de Mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia da Saúde e Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014 Estudos epidemiológicos sobre a prevalência da dor na população pediátrica indicam valores entre 15 a 30% (Holm, Ljungman, & Söderlund, 2012; Perquin et al., 2000). São múltiplos os estudos que investigam a dor crónica no adolescente mas são em menor número os que estudam as associações entre a dor crónica, as estraté...

  6. Estudo das estratégias de coping e crenças sobre a dor em adolescentes com dor crónica

    OpenAIRE

    Pereira, Sofia Veludo

    2015-01-01

    Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015 Estudos epidemiológicos indicam uma prevalência da dor na população pediátrica entre os 15% e os 30%. A investigação direccionada a amostras de jovens adolescentes é mais recente, podendo ser encontrados estudos consideráveis acerca das estratégias de coping com a dor, mas um menor número relativamente às crenças acerca da ...

  7. PERCEPÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM FRENTE AO PACIENTE ONCOLÓGICO EM FASE TERMINAL EM UM HOSPITAL DO NOROESTE FLUMINENSE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Pimenta FERREIRA

    2015-12-01

    Full Text Available O diagnóstico da patologia câncer gera sentimentos de insegurança, medo, dentre outros, isso por essa patologia está associado ao forte risco de morte. Os profissionais de enfermagem são geralmente as pessoas que lidam rotineiramente com esses pacientes e suas famílias, portanto, tendo de estar apta a prestar atendimento inerente a sua função como também apoio na esfera psicológica a esses pacientes e familiares, no decorrer do processo do adoecimento. O objetivo deste artigo foi identificar os sentimentos dos profissionais de saúde diante de situações de dor, morte/morrer de pacientes em uma unidade oncológica. A amostra foi constituída de 57 profissionais de saúde tendo como critério serem enfermeiros, técnicos de enfermagem ou auxiliares de enfermagem do setor de oncologia do Hospital São José do Avaí, situado na cidade de Itaperuna/RJ, que responderam a um questionário semi-estruturado contendo perguntas abertas e fechadas. As respostas apontaram situações geradoras de sentimentos como medo, impotência e dificuldade em lidar com a morte e o uso de estratégias (mecanismos psicológicos com a intenção de não se deixarem abater com situações extremas vivenciadas e as ações colaborativas prestadas por esses profissionais na tentativa de minimizar o sofrimento do paciente terminal e seus familiares. Esses profissionais contribuem com ações importantes que podem minimizar o sofrimento do paciente terminal e sua família e que precisam também de ser cuidados psicologicamente para suportarem a vivencia com situações tão extremas.

  8. Acatisia associada à bromoprida em um paciente deprimido usando fluvoxamina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tábita Juliana Tomelin

    2012-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A acatisia é definida clinicamente como uma sensação de agitação associada à necessidade de produção de movimentos, comumente deflagrada por bloqueadores dopaminérgicos, como os neurolépticos, podendo ocorrer também durante o tratamento com inibidores seletivos de recaptação de serotonina. É possível que drogas não psiquiátricas que bloqueiem receptores dopaminérgicos, como a bromoprida, possam causar sintomas extrapiramidais. OBJETIVOS: Descrever um desfecho desfavorável caracterizado por acatisia em um paciente depressivo previamente estabilizado com fluvoxamina, após usar bromoprida. MÉTODOS: Descrição de um caso. RESULTADOS: Sr. J., paciente deprimido de 47 anos, estava estabilizado com fluvoxamina 200 mg por dia. Iniciou abruptamente com quadro de inquietação e necessidade de produzir movimentos voluntariamente a fim de aliviar esse desconforto. Há quatro dias havia iniciado o uso de bromoprida 30 mg por dia para tratamento de dispepsia. A suspensão da bromoprida promoveu alívio imediato dos sintomas. CONCLUSÃO: A bromoprida, um bloqueador dopaminérgico, pode ter deflagrado acatisia em um paciente em uso de fluvoxamina. Os mecanismos farmacológicos relacionados a esse desfecho são discutidos.

  9. Estudo do posicionamento de língua e lábios em sujeitos com disfunção temporomandibular e dor orofacial Study of tongue and lip positions in patients with temporomandibular disorder and orofacial pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Ferreira Matos

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a posição de repouso de língua e lábios em sujeitos com Disfunção Temporomandibular (DTM e analisar a intensidade da dor em músculos mastigatórios. MÉTODOS: foram avaliados 44 sujeitos de ambos os sexos com média de idade de 42,52 anos. Foram realizadas três avaliações: exame clínico visual, averiguando a posição de repouso da língua, seguido de avaliação subjetiva e objetiva da dor pela Escala Visual Analógica (EVA e palpação dos músculos mastigatórios. RESULTADOS: 23 (52,27% posicionaram a língua no palato e 21 (47,73% na posição baixa. Dos sujeitos que posicionaram a língua no palato, 73,91% deles referiram dor à palpação em masseter; 56,52% na região cervical; 43,48% em temporais; 39,13% em digástricos e 52,17% em região articular. Encontraram-se relações estatisticamente significantes entre queixa subjetiva e objetiva da dor relativo aos músculos cervicais (p=0,026, temporais (p=0,019, digástricos (p=0,005 e região articular (p=0,013. Na amostra foram encontrados 88,63% de componente miálgico e 56,81% artrálgico. CONCLUSÃO: a posição não elevada da língua não se confirmou em pacientes com DTM, uma vez que a distribuição foi equitativa, com ausência de correlação entre dor e posição de língua, predomínio de lábios fechados e dores miálgicas mais freqüentes que as artrálgicas.PURPOSE: to check the habitual tongue and lips rest position in subjects with Temporomandibular Dysfunction (TMD, and to analyze their pain complaint in masticatory muscles. METHODS: 44 subjects, of both genders and mean age of 42.52 years were evaluated. Three evaluations were carried out: visual clinical examination as for tongue habitual rest position, pain complains using visual analogical scale (VAS and bilateral masticatory muscle palpation assessing pain intensity. RESULTS: 23 subjects (52.27% showed the tongue at the palatine papilla and 21 (47.73% showed in different position than

  10. Perfil da dor Neuropática: a propósito do exame neurológico mínimo de 33 pacientes Perfil del dolor Neuropático: a propósito del examen neurológico mínimo de 33 pacientes Neuropathic pain profile: the basic neurological exam of 33 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Cardoso de Resende

    2010-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Há poucos textos na literatura a lidar com o exame neurológico do paciente com dor neuropática (DN. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil de pacientes com DN através de exame clínico neurológico. MÉTODO: Em estudo observacional, uma série de casos de pacientes com DN foi acompanhada no período de um ano. A avaliação do exame neurológico foi efetuada durante visita ao ambulatório e através de análise prospectiva. Foram incluídos pacientes cuja intensidade da dor era igual ou maior que seis, segundo a Escala Analógica Visual. RESULTADOS: A dor em queimação predominou como descritor em 54,5% dos pacientes. A polineuropatia foi o padrão clínico-topográfico predominante (48% com padrão distal e simétrico, em oposição a quadros de neuropatia multifocal (15,15%. As modalidades termoalgésica e tátil do exame de sensibilidade foram as mais comprometidas, logo acompanhadas por alterações motoras e reflexos profundos, enquanto modalidades de sensibilidade proprioceptiva vieram a seguir. Apesar de nenhum sinal ou sintoma ser específico de DN, a queimação como sintoma costuma ser atribuída ao acometimento de fibras finas, assim como o padrão típico destas é a alteração térmico-dolorosa. CONCLUSÕES: A história e os achados do exame físico são a chave para o diagnóstico de DN. O registro das alterações encontradas ao exame deve ressaltar o comprometimento observado e assim nortear a abordagem diagnóstica e terapêutica, se curativa ou paliativa.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Existen pocos textos en la literatura que aborden el examen neurológico del paciente con dolor neuropático (DN. El objetivo de este estudio fue evaluar el perfil de pacientes con DN a través de examen clínico neurológico. MÉTODO: En un estudio observacional, una serie de casos de pacientes con DN tuvo un seguimiento en el período de un año. La evaluación del examen neurológico fue efectuada durante una

  11. Fatores socioesportivos associados à síndrome da dor patelofemoral em mulheres jovens

    OpenAIRE

    Colares Junior, Rui

    2005-01-01

    Verificar o perfil sócio-esportivo, endócrino-metabólico e ortopédico de mulheres jovens portadoras de síndrome da dor patelofemoral (SDPF) comparando-o com o de mulheres jovens sem SDPF, buscando identificar possíveis fatores associados a SDPF dentre hábitos sociais, prática de atividade física, antecedentes pessoais e familiares de risco para doenças metabólicas; parâmetros antropométricos e ortopédicos, e composição corporal. Estudo de abordagem quantitativa, analítico transversal, conduzi...

  12. Possíveis alterações no mecanismo minimizador de energia da caminhada em decorrência da dor lombar crônica - revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberito Rodrigo de Carvalho

    2015-02-01

    Full Text Available Um dos objetivos da marcha é deslocar o corpo no espaço da forma mais econômica possível. Porém, pouco se sabe como os aspectos mecânicos e energéticos da caminhada são afetados pela dor lombar. Ainda, caso haja prejuízos, é pequeno o conhecimento de como as características mecânicas e energéticas da caminhada se manifestam nas atividades funcionais, principalmente nos mecanismos minimizadores de energia da locomoção. Este estudo teve por objetivos: a descrever os principais mecanismos minimizadores de energia da locomoção; e b verificar se há indicativos de prejuízos nas características mecânicas e energéticas da caminhada decorrentes da dor lombar crônica (DLC que possam comprometer os mecanismos minimizadores. Estudo caracterizado como revisão narrativa de literatura. A principal teoria que explica a minimização do dispêndio energético durante a caminhada é a do pêndulo invertido pelo qual o mecanismo minimizador converte energia cinética em energia potencial do centro de massa e vice-versa durante a passada. Esse mecanismo é fortemente influenciado por parâmetros espaços-temporais da marcha, tais como comprimento de passo e velocidade preferida da caminhada, que, por sua vez, podem estar severamente alterados em pacientes com dor lombar crônica. Contudo ainda há muito que se entender sobre os efeitos da dor lombar crônica sobre a capacidade do indivíduo de praticar uma marcha econômica, pois os prejuízos funcionais podem comprometer características mecânicas e energéticas dessa modalidade de marcha e torná-la mais dispendiosa. Desta forma, há indicativos de que tais mudanças funcionais possam comprometer os mecanismos minimizadores de energia.

  13. Sintomas de doença e adaptação psicológica em pacientes brasileiros com esclerodermia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Catarina Correia Leite

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar a prevalência e o impacto dos sintomas de esclerodermia em pacientes brasileiros e descrever sua satisfação com o atendimento médico e sintomas psicológicos. MÉTODOS: Cento e vinte e oito pacientes brasileiros com esclerodermia participaram em uma pesquisa online preenchendo a versão portuguesa do Canadian Scleroderma Patient Survey of Health Concerns and Research Priorities. A média de idade dos participantes foi 38 anos (DP = 12,33 e a maioria dos participantes era constituída por mulheres (n = 108, 88%. RESULTADOS: Endurecimento/retesamento da pele, coceira na pele e dor articular foram sintomas informados como mais freqüentes, enquanto que dor muscular e dificuldade para subir escadas foram sintomas informados como tendo maior impacto. Os participantes informaram insatisfação em relação ao atendimento médico. As avaliações psicológicas sugeriram que o percentual de participantes com pontuação acima dos valores clínicos para depressão foi significativamente elevado (90%; n = 77. Além disso, 48% (n = 42 dos participantes se enquadravam nos critérios clínicos para transtorno da ansiedade e 40% (n = 35 dos participantes se enquadravam nos critérios clínicos de fobia social. Finalmente, 69% (n = 88 dos participantes informaram transtornos da imagem corporal. CONCLUSÕES: Os sintomas físicos e psicológicos associados com esclerodermia têm impacto significativo na qualidade de vida dos pacientes. Na presente amostra, os pacientes brasileiros informam níveis mais altos de insatisfação com o atendimento médico, em comparação com pacientes do Canadá e de países europeus. Esses pacientes brasileiros também informam mais casos de psicopatologia, particularmente sintomas de depressão. Nossos resultados sugerem que há necessidade que os profissionais levem em consideração os problemas individuais dos pacientes com esclerodermia e cuidem desses problemas.

  14. Mecanismos e fatores associados aos sintomas gastrointestinais em pacientes com diabetes melito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Loureiro Celino Rodrigues

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Apresentar a frequência, os principais fatores causadores dos sintomas gastrointestinais em pacientes portadores do diabetes melito e controvérsias quanto à sua ocorrência em crianças e adolescentes. FONTES DOS DADOS: Revisão não sistemática nas bases de dados MEDLINE/PubMed e SciELO (1983-2011, além de capítulos de livros relevantes. Foram selecionados os artigos mais atuais e representativos do tema. SÍNTESE DOS DADOS: A prevalência do diabetes melito vem aumentando ao longo dos anos em vários países do mundo. No sistema digestório, é conhecida a ocorrência de complicações do diabetes melito, entre elas os sintomas gastrointestinais (náuseas, vômitos, dor abdominal, azia, disfagia, constipação, diarreia e incontinência fecal. A patogênese das alterações das funções gastrointestinais no diabetes melito está ainda sob investigação, e o papel do sistema nervoso entérico e seus neurotransmissores tem ganhado significância. Em decorrência do comprometimento do sistema digestório, com danos ao sistema nervoso entérico, portadores do diabetes melito podem apresentar quadros específicos de distúrbios de motilidade, alguns de grande relevância clínica, como gastroparesia diabética, constipação e diarreia. A disfunção deste sistema contribui para aumentar a morbidade desta doença e piora a qualidade de vida de seus portadores. CONCLUSÕES: O diabetes melito, ao longo dos anos, afeta o sistema digestório. Por ser uma condição que piora a qualidade de vida dos portadores e também pode indicar complicação da doença, deve ser valorizada no acompanhamento e tratamento do paciente com diabetes melito. Na infância e na adolescência, ainda existem poucos estudos que abordam o problema.

  15. Colecistectomia videolaparoscópica em 960 pacientes idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Ricardo Loureiro

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o tempo operatório, a permanência hospitalar, a taxa de conversão, a morbidade e a mortalidade de pacientes idosos submetidos à colecistectomia videolaparoscópica por doença da vesícula biliar. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo, realizado no prontuário de 960 pacientes, de ambos os sexos, com idade entre 60 e 97 anos no período de janeiro de 1993 a agosto de 2009. RESULTADOS: O tempo operatório variou de nove a 180 minutos. O tempo de internação variou de 24 a 120 horas. A conversão ocorreu em 28 pacientes (2,92%, dos quais 67,9% eram mulheres e 28,6% homens tendo sido em 11 casos (39,3% realizada minilaparotomia e em 17 (60,7% a via aberta convencional. As intercorrências no transoperatório foram duas rupturas da vesícula biliar, uma falha no pneumoperitônio e uma na clipagem do ducto cístico. No pós-operatório observaram-se cinco hérnias umbilicais incisionais. As complicações sistêmicas foram: nove arritmias cardíacas, uma icterícia pós-operatória, um infarto agudo do miocárdio e um infarto enteromesentérico. Mortalidade ocorreu em três pacientes (0,3%, um por infarto agudo do miocárdio no transoperatório, uma sepse e um infarto enteromesentérico. CONCLUSÃO: Os pacientes idosos submetidos à colecistectomia videolaparoscópica apresentaram baixo tempo de internação hospitalar e baixa morbimortalidade. O tempo operatório e o de internação hospitalar foram curtos, demonstrando que a colecistectomia videolaparoscópica é procedimento seguro e eficaz nos idosos.

  16. Anestesia para cesariana em paciente com siringomielia lombar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lakshmi Jayaraman

    2011-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Siringomielia é uma condição neurológica incomum caracterizada pela presença de uma cavidade cística expansiva na medula espinhal, resultando em várias manifestações neurológicas. O objetivo deste relato de caso é destacar a segurança da anestesia geral nesse grupo de pacientes. RELATO DO CASO: Primigesta de 28 anos, com diagnóstico de siringomielia lombar, foi programada para cirurgia de cesareana (CC. A cirurgia foi realizada sob anestesia geral, sem complicações. A anestesia geral foi escolhida no caso dessa paciente para evitar qualquer manipulação do espaço subaracnoideo no bloqueio do neuroeixo central, o que poderia levar a alterações da pressão intracraniana ou agravamento de sintomas neurológicos. Foi utilizado rocurônio, considerando que evita aumento de pressão no líquido cefalorraquidiano e hipercalemia, que podem ser vistos com succinilcolina. CONCLUSÕES: A anestesia geral pode ser usada com segurança em pacientes portadores de siringomielia. Devem-se tomar precauções para evitar aumento da pressão intracraniana e o bloqueio neuromuscular deve ser monitorado.

  17. Dor orofacial

    OpenAIRE

    Carlo Coiro

    2007-01-01

    Descrevemos brevemente o mecanismo da dor orofacial e também a sua fisiopatologia. Estão relacionadas às desordens do sistema estomatognático, cujo componente mais conhecido é a articulação têmporo mandibular. Abordamos diagnósticos diferenciais, de patologias mais conhecidas, causadores de dor orofacial e indicamos, dentro de revisão da literatura, alguns tratamentos emergenciais.

  18. "Circuloterapia": uma metáfora para o enfrentamento da dor crônica em duas clínicas de dor "Circle therapy": a metaphor for coping with chronic pains in two pain clinics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Angelim Gomes de Lima

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo descreve e analisa a dinâmica da clínica de dor enquanto um "artefato complexo" do sistema terapêutico biomédico, explorando as múltiplas vozes e as relações dialógicas sobre dor e a interdisciplinaridade no cotidiano clínico de duas clínicas de dor situadas em hospitais-escola nas cidades de Salvador e São Paulo. Foi realizado estudo etnográfico orientado pela antropologia interpretativa, na qual se buscou a descrição de situações singulares e expressivas da dinâmica da clínica de dor (considerada enquanto um serviço, constituído no interior da Biomedicina, destinado ao cuidado da dor crônica. Tais situações expressam tensões e soluções construídas a partir do enfrentamento da dor crônica enquanto objeto complexo que impõe, a todos, flexibilidade. Essa experiência etnográfica focalizou quatro espaços terapêuticos: a sala de espera, o corredor, a consulta médica e as discussões de caso clínico. A descrição produzida ilumina as múltiplas vozes sobre dor e interdisciplinaridade no cotidiano da clínica. Os sentidos da circulação nos espaços terapêuticos, representado no texto a partir da metáfora "circuloterapia", orientam essa discussão em torno dos limites e possibilidades da constituição e funcionamento deste serviço.This paper describes and analyzes the pain clinic's dynamics as a "complex product" of the biomedical therapy system, exploring the many discussions about the meaning of pain and the interdisciplinary collaboration in the therapeutic daily routines of two pain clinics, located in university hospitals in the cities Salvador and São Paulo. An ethnographic approach guided by interpretative anthropology was used to search for the description of singular and expressive situations of the pain clinic's dynamics (considered as a service, established within Biomedicine, intended for care of chronic pain. Such situations express tensions and solutions created from the confrontation

  19. Uso excessivo do cateter vesical em pacientes internados em enfermarias de hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucieni de Oliveira Conterno

    2011-10-01

    Full Text Available Este estudo de corte incluiu 254 pacientes adultos que usaram cateter vesical (CV durante a hospitalização em enfermarias de um hospital universitário. Foram avaliados: utilização do cateter, indicação, tempo de permanência, densidade de infecção urinária, mortalidade e permanência hospitalar. Durante o período de estudo, 14% dos pacientes internados usaram CV, totalizando 1.735 CV-dia. Em 23% dos casos, o procedimento não foi prescrito, nem sua indicação foi documentada. O tempo médio de uso do CV foi de 6,8 dias. Entre os pacientes clínicos, a indicação do CV foi inadequada em 29%; o tempo de permanência foi considerado inadequado em 49% dos pacientes clínicos e em 66,9% dos pacientes cirúrgicos. Pacientes com uso inadequado do CV tiveram mais infecção do trato urinário (RR 1,86 IC95% 1,4 a 3,04 e maior tempo de permanência hospitalar (11,9 e 8,9 dias, p=0,002. O estudo permitiu identificar no processo assistencial falhas potencialmente modificáveis e importantes para a prevenção da infecção do trato urinário por cateter vesical.

  20. Estudo comparativo de dois protocolos de exercícios excêntricos sobre a dor e a função do joelho em atletas com tendinopatia patelar: estudo controlado e aleatorizado

    OpenAIRE

    Cunha,Ronaldo Alves da; Dias,Andreia Natacha; Santos,Marcelo Bannwart; Lopes,Alexandre Dias

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: O agachamento excêntrico em plano inclinado tem-se mostrado eficaz no tratamento conservador da tendinopatia patelar, especialmente na população atlética. Entretanto, diversos aspectos, como intensidade e dor durante a realização da terapia, ainda apresentam divergências entre autores. Objetivos: Comparar a eficácia de dois protocolos de exercício excêntrico (executado com e sem dor), na melhora da função do joelho e na intensidade da dor em atletas com tendinopatia patelar. MÉTOD...

  1. Retocele posterior em paciente do sexo masculino: qual o significado Posterior rectocele in a male patient: what does it mean?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Soares Campos

    2008-12-01

    Full Text Available A retocele é uma projeção sacular anormal da parede retal, de etiologia multifatorial e uma causa muito significativa de sintomas anorretais como plenitude retal, sensação de peso anal durante a defecação, evacuação incompleta e dor retoanal. Muito tem se discutido sobre retoceles em mulheres, mas poucas publicações têm mencionado a presença de retocele em pacientes do sexo masculino e somente um artigo discute os detalhes da retocele em homens com distúrbios de defecação. A retocele posterior em homens, em especial, é uma disfunção incomum e possivelmente apresenta como causas a constipação intestinal, o esforço evacuatório longo e excessivo, a síndrome do descenso perineal, a fraqueza do assoalho pélvico e a contração paradoxal do músculo puborretal. É apresentado o caso de um paciente com história de dor anorretal crônica e defecação obstruída associadas à retocele posterior, doença hemorroidária, prolapso e intussuscepção retal.Rectocele is an abnormal sac-like projection of the rectum wall with multiple etiologies and an important cause of anorectal symptoms like rectoanal weight sensation during evacuation, incomplete evacuation and anorectal pain. Many reports have discussed rectoceles in women, but few have mentioned rectoceles in male patients and only one report has discussed the details of rectoceles in men with defecation disorders. Posterior rectocele in men, in particular, is an unusual disturb and possible causes are intestinal constipation, long and excessive straining, descending perineum syndrome, weakness of the pelvic floor and puborectalis muscle syndrome. We report a case of a male patient with chronic anorectal pain and outlet obstruction associated with posterior rectocele, hemorrhoidal disease, rectal mucous prolapse and intussusception.

  2. Criação e validação de um diário de dor para acompanhamento de dor musculoesquelética crônica (papel e aplicativo no Conjunto Hospitalar de Sorocaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo Martinez

    2015-10-01

    Full Text Available A dor é a principal causa da procura por assistência médica, e pode causar diversos impactos negativos na qualidade de vida de todo paciente. Embora existam métodos semiológicos para a análise da dor, ainda é um desafio o acompanhamento e desse sintoma. O acompanhamento diário através de registro pelo paciente tem sido utilizado em pesquisa e assistência. O objetivo deste projeto é criar e validar um modelo de diário e propor a criação de um aplicativo em português. Embora já existam diários de dor em papel e no meio eletrônico no mundo sendo estudados, no Brasil, não existem diários de dor na língua portuguesa disponíveis para o uso que possuam pesquisas científicas envolvidas. Foram analisadas na literatura os diários em outros países. Foi elaborada a primeira versão do diário de dor em papel que, depois de serem entrevistados médicos de diferentes especialidades, foi modificado. Essa segunda versão foi submetida a pacientes portadores de dor crônica que geraram sugestões levando a criação da versão definitiva. A versão definitiva do diário de dor em papel foi, então, enviada à Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia para a elaboração da versão eletrônica. O aplicativo foi finalizado e o próximo passo do projeto será a aplicação dessa versão em um número maior de pacientes e comparada com a versão em papel. Essa fase continuará mesmo depois de encerrado o período de iniciação científica já que é pesquisa da linha do orientador (dor crônica e fibromialgia.

  3. Efeito da estimulação elétrica de alta voltagem catódica sobre a dor em mulheres com DTM Effect of cathodal high-voltage electrical stimulation on pain in women with TMD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia C. M. C. Gomes

    2012-02-01

    Full Text Available CONTEXTUALIZAÇÃO: A dor é o principal sintoma dos pacientes com disfunção temporomandibular (DTM. OBJETIVO: Avaliar o efeito da estimulação elétrica de alta voltagem catódica (EEAV sobre a intensidade da dor em mulheres com DTM. MÉTODOS: Participaram do estudo 20 mulheres (24,25±8,90 anos com DTM, divididas em grupo experimental (GE n=10, no qual as mulheres receberam dez aplicações de EEAV, e grupo placebo (GP n=10, no qual foi aplicada a EEAV, porém com o aparelho desligado. Para seleção da amostra, utilizou-se o critério de diagnóstico em pesquisa para DTM (RDC/TMD e, para avaliação da dor, utilizou-se a Escala Visual Analógica (EVA aplicada antes do início do tratamento (pré-tratamento e após a décima aplicação da EEAV (pós-tratamento. Os dados foram analisados pelos testes Wilcoxon das ordens assinaladas e Mann-Whitney. RESULTADOS: As dez aplicações de EEAV promoveram redução da intensidade da dor no GE (p=0,01; no GP, não se observou diferença significativa (p=0,20. Comparando-se os grupos após a aplicação da EEAV, não se notou diferença (p=0,65. CONCLUSÃO: A EEAV catódica é efetiva para redução da dor em mulheres com DTM. Registro de Ensaio Clinico RBR-4bk94x.BACKGROUND: Pain is the main symptom of patients with temporomandibular disorder (TMD. OBJECTIVE: To evaluate the effect of cathodal high-voltage electrical stimulation (HVES on pain intensity in women with TMD. METHODS: Twenty women with TMD (24.25±8.90 years old participated in the study. They were divided into experimental group (EG, n=10, which received 10 applications of HVES, and placebo group (PG, n=10, which received sham treatment with disconnected HVES equipment. For the sample selection, we used the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorder (RDC/TMD. Pain level was evaluated using a visual analog scale (VAS applied prior to and after the tenth application of HVES. Data were analyzed using the Wilcoxon signed

  4. Tuberculose refratária disseminada com acometimento do tendão bicipital em paciente imunocompetente Disseminated refractary tuberculosis with biceps tendon involvement in an immunocompetent patient

    OpenAIRE

    Marcelo dos Reis Oliveira; Márcio Schiefer; Marcos Britto da Silva; César Fontenelle; Yonder Archanjo Ching-San Júnior; José Sérgio Franco

    2009-01-01

    OBJETIVO: Relatar um caso raro de tuberculose disseminada em paciente imunocompetente, que evoluiu, durante o tratamento medicamentoso padrão, com envolvimento do tendão da porção longa do bíceps e da articulação do ombro. MÉTODOS: À primeira avaliação, o diagnóstico correto não foi feito e o paciente foi tratado com fisioterapia para tendinopatia do manguito rotador. Entretanto, apresentou rápida formação de massa na região anterior do terço proximal do braço e piora da dor. A punção da mass...

  5. "AvaliaÃÃo da dor de crianÃas submetidas a anestesia local odontolÃgica com seringa convencional e com seringa controlada por computador"

    OpenAIRE

    Mirella de Sousa Pereira

    2014-01-01

    A dor constitui fenÃmeno multifatorial, podendo ter carÃter psicolÃgico e cultural. Estudos apontam que a anestesia local odontolÃgica à a maior causadora de dor e ansiedade em pacientes no consultÃrio odontolÃgico. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar as reaÃÃes em relaÃÃo a dor de crianÃas com necessidade de realizaÃÃo de tratamento odontolÃgico submetidas a anestesia local odontolÃgica, com seringa convencional e com seringa controlada por computador (dispositivo). Trinta crian...

  6. Pain in Parkinson’s disease: analysis of 50 cases in a clinic of movement disorders Dor na doença de Parkinson: análise de 50 casos em uma clínica de transtornos do movimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elton Gomes da Silva

    2008-03-01

    Full Text Available INTRODUCTION: Pain is a common symptom in Parkinson's disease (PD, and is often related to the illness itself. OBJECTIVE: To prospectively establish the ocurrence of pain in PD patients. METHOD: This study was conducted within a population composed of 50 patients with PD to evaluate the presence of pain. RESULTS: Twenty-eight patients reported pain; comparing the group with pain and the group without pain, there were no differences related to the beginning of the illness and the motor symptoms of PD. However, many patients related an improvement of pain when antiparkinsonian therapy was initiated or adjusted. CONCLUSION: The use of techniques for analgesia and the adjustment of PD medication contribute to improve the manifestations of pain and the life quality of patients with PD.INTRODUÇÃO: Dor é um sintoma comum na doença de Parkinson (DP e, às vezes, está relacionada à própria patologia de base. OBJETIVOS: Estabelecer prospectivamente a ocorrência de dor em pacientes com DP. MÉTODO: Foram avaliados consecutivamente 50 pacientes com DP, para comparação entre os que referiam e os que negavam quadro álgico. RESULTADOS: Entre os entrevistados, 28 referiam episódios dolorosos, não havendo diferenças quanto ao início da doença e os sintomas motores da DP, na comparação entre os dois grupos. Porém, muitos pacientes referiam melhora da dor com a introdução ou ajuste da terapia antiparkinsoniana. CONCLUSÃO: O uso de analgesia e ajuste da terapia para a DP ajudam na melhora do quadro álgico e na qualidade de vida dos pacientes.

  7. Doenca renal policistica autossomica dominante em pacientes em hemodialise no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Fernando Alves

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: A doença renal policística autossômica dominante é a enfermidade renal hereditária mais comum em seres humanos. Objetivo: Analisar a prevalência, características clínicas e laboratoriais de pacientes com rins policísticos e relacionar as manifestações da doença por gênero. Métodos: Trata-se de um estudo observacional e retrospectivo. Foram revisados todos os prontuários médicos de pacientes com rins policísticos admitidos para hemodiálise entre 1995 e 2012, em quatro centros que atendem a área de abrangência da 15ª regional de saúde do Paraná, Brasil. Resultados: Fizeram parte do estudo 48 pacientes com rins policísticos, causa primária da doença renal crônica (DRC estágio 5. A prevalência da doença foi de um em 10.912 habitantes. A média de idade de ingresso na hemodiálise (50,7 anos e o tempo de seguimento em hemodiálise até o transplante (36,5 meses foi menor nos homens. A hipertensão arterial foi o diagnóstico mais frequente em 73% dos pacientes, com predominância em mulheres (51,4%. O cisto hepático foi a manifestação extrarrenal mais frequente nos homens (60,0%. Foram a óbito 10,4% dos pacientes que faziam uso de hemodiálise, sendo 60% de homens. A classe de droga anti-hipertensiva mais utilizada foi a que atua no sistema renina-angiotensina, com maior frequência de uso nas mulheres (53,3%. A ureia pós-diálise foi significativamente maior em homens. Conclusão: A prevalência da doença é baixa entre pacientes em hemodiálise no sul do Brasil. As diferenças observadas entre os gêneros, com exceção da ureia pós, não foram significantes. Os dados encontrados são diferentes dos reportados na América do Norte e Europa.

  8. Análise da sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular Analysis of symptomatology in patients with intra-articular disorders of the temporomandibular joint

    OpenAIRE

    DONEGÁ,Sílvio Henrique de Paula; Cardoso, Renato [UNIFESP; Antonio Sílvio Fontão PROCÓPIO; Luz,João Gualberto de Cerqueira

    1997-01-01

    Foi realizado estudo analisando a sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular. A queixa mais citada foi de dor na região pré-auricular (40,7%). Sintomatologia dolorosa articular (63,2%) e ruídos articulares (83,3%) foram os achados mais comuns ao exame clínico. Os ruídos articulares mais freqüentes foram os estalos (66,6%). Dor muscular ocorreu, em especial, nos músculos pterigóideo medial e lateral e na inserção do temporal. Houve decréscimo ...

  9. Perfil cardiovascular em pacientes com apneia obstrutiva do sono

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Dumas Cintra

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Apneia Obstrutiva do Sono (AOS é um fator de risco para várias condições cardiovasculares incluindo aumento na mortalidade cardiovascular. Sendo assim, é essencial o conhecimento das principais repercussões cardiovasculares dos distúrbios respiratórios do sono durante uma avaliação clínica. OBJETIVO: Analisar as características cardiovasculares de pacientes com AOS. MÉTODOS: Pacientes submetidos a polissonografia basal foram consecutivamente selecionados do banco de dados do Instituto do Sono entre março de 2007 e março de 2009. Todos os pacientes foram orientados a comparecer ao ambulatório para coleta de sangue, exame físico, eletrocardiograma de 12 derivações, espirometria, teste cardiopulmonar em esteira ergométrica e ecocardiograma transtorácico. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética e pesquisa e registrado no site http://clinicaltrials.gov/ sob o número: NCT00768625. RESULTADOS: Foram analisados 261 pacientes e 108 controles. As principais características dos pacientes com AOS foram: obesidade, hipertensão, baixos níveis plasmáticos de lipoproteínas de alta densidade (HDL e aumento no diâmetro do átrio esquerdo quando comparados com controles (3,75 ± 0,42; 3,61 ± 0,41, p = 0,001, respectivamente. Essas características associadas correspondem a um acréscimo de 16,6 vezes na probabilidade de ocorrência de AOS independentemente do relato de algum sintoma dessa desordem, como sonolência ou ronco. CONCLUSÃO: Na amostra avaliada, o perfil cardiovascular dos pacientes com AOS mais encontrado foi: obesidade, hipertensão arterial, baixos níveis plasmáticos de HDL e átrio esquerdo com diâmetro aumentado.

  10. Anestesia em paciente com saturnismo: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Mauro Alvim de Lima

    2012-12-01

    Full Text Available JUSTICATIVA E OBJETIVOS: O saturnismo decorre da intoxicação crônica pelo chumbo, comum após exposição ocupacional. Projéteis retidos no corpo podem resultar em elevados níveis plasmáticos de chumbo com inúmeras repercussões clínicas, principalmente neurológicas. Apresentamos um caso de paciente sintomático, sem diagnóstico, que foi detectado durante visita pré-anestésica. RELATO DO CASO: Paciente apresentado para retirada de projétil alojado em joelho esquerdo há 14 anos, com polineuropatia sem investigação. Durante visita pré-anestésica foi levantada a hipótese de saturnismo, confirmada pelos altos níveis plasmáticos de chumbo (129 µg.dL-1. A cirurgia foi realizada sob anestesia geral antes do início da quelação do chumbo. Durante indução anestésica, o paciente evoluiu com apneia, sem rigidez torácica após 50 µg de fentanil. CONCLUSÃO: A intoxicação por chumbo interfere com a função de diversos órgãos e sistemas, altera o metabolismo oxidativo e os mecanismos intracelulares de sinalização. O acometimento neurológico, com redução da condução neural merece especial atenção do anestesiologista.

  11. A dor torácica em mulheres no atendimento de emergência: conduta e evolução Chest pain in women in the emergency room: management and evolution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janice Jardim Santos

    2005-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o diagnóstico de dor torácica em mulheres atendidas em um serviço de emergência em relação à evolução clínica, descrevendo sua influência sobre o manejo terapêutico, quando comparadas aos homens. MÉTODOS: Estudo de coorte contemporâneo, comparando 67 pacientes entre 50 e 65 anos (35 mulheres e 32 homens atendidos de forma consecutiva por dor torácica na sala de emergência (SE e acompanhados por 120 dias. Os desfechos avaliados foram: diagnóstico de infarto agudo do miocárdio (IAM, angina instável (AI, angina estável (AE, isquemia cerebral, cirurgia de revascularização miocárdica (CRM, angioplastia (ACTP, morte e hospitalizações. RESULTADOS: Na SE, não houve diferença significativa relacionada ao sexo quanto aos exames realizados para diagnóstico da dor torácica; entretanto, proporcionalmente, as mulheres receberam menos medicação cardiológica e mais tranqüilizantes. Ao término do atendimento na SE, as mulheres foram significativamente menos hospitalizadas (p=0,02. Na evolução clínica posterior, não houve diferença entre os dois sexos quanto à ocorrência de IAM, AI, AE, isquemia cerebral, CRM, ACTP e morte. CONCLUSÃO: Comparando a acurácia diagnóstica da dor torácica na SE entre mulheres e homens, não houve diferença significativa quanto ao número de exames realizados, mas a hospitalização foi menos indicada e o manejo terapêutico cardiológico foi menos intenso entre o sexo feminino. A evolução clínica evidenciou incidência igual de desfechos entre os dois sexos, o que sinaliza para a necessidade de atenção ao sintoma dor torácica independentemente do sexo.OBJECTIVE: To evaluate the diagnosis of chest pain in women receiving medical care in the emergency room in relation to follow-up, as well as describing its influence on the therapeutic management when compared to men. METHODS: A current cohort study compared 67 patients of ages ranging from 50 to 65 years (35 women

  12. Sobrecarga de trabalho da Enfermagem e incidentes e eventos adversos em pacientes internados em UTI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina Zago Novaretti

    2014-10-01

    Full Text Available Estudo prospectivo, tipo coorte que visou identificar a influência da sobrecarga de trabalho da Enfermagem na ocorrência de incidentes sem lesão e eventos adversos em 399 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI. Para coleta de dados, foi aplicado um questionário estruturado e feita análise de prontuários. Nessas admissões, aproximadamente 78% dos incidentes sem lesão e eventos adversos em pacientes foram relacionados à esfera da Enfermagem. Essas ocorrências foram atribuídas à sobrecarga de trabalho, aumentaram o número de dias de internação e o risco de óbito dos pacientes estudados. É fundamental que os gerentes de enfermagem atuem no processo de gestão de pessoas no âmbito hospitalar, evitando a sobrecarga de trabalho e proporcionando, consequentemente, aumento da segurança do paciente.

  13. Citocinas e dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caio Marcio Barros de Oliveira

    2011-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As citocinas são substâncias necessárias para a resposta inflamatória, favorecendo a cicatrização apropriada da ferida. No entanto, a produção exagerada de citocinas pró-inflamatórias a partir da lesão pode manifestar-se sistemicamente com instabilidade hemodinâmica ou distúrbios metabólicos. O objetivo desta revisão foi descrever os efeitos das citocinas na dor. CONTEÚDO: Este artigo faz uma revisão dos efeitos das citocinas na dor. Em doenças que cursam com processo inflamatório agudo ou crônico, as citocinas podem ser reconhecidas por neurônios e utilizadas para desencadear diversas reações celulares que influenciam na atividade, proliferação e sobrevida da célula imunológica, bem como na produção e atividade de outras citocinas. As citocinas podem ser pró-inflamatórias e anti-inflamatórias. As pró-inflamatórias estão relacionadas com a fisiopatologia das síndromes dolorosas. Foram descritas as células que secretam as citocinas, as citocinas pró-inflamatórias (IL-1, IL-2, IL-6, IL-7 e FNT e anti-inflamatórias (IL-4, IL-10, IL-13 e FTCβ, as funções de cada citocina e como ocorre a ação dessas substâncias no processamento da dor. CONCLUSÕES: As citocinas desempenham importante papel na dor, agindo através de diferentes mecanismos em vários locais das vias de transmissão da dor.

  14. Dor odontogênica como motivo para procura de atendimento odontológico : uso de medicamentos para controle de dor e outros fatores associados

    OpenAIRE

    2014-01-01

    A dor de origem dental é caracterizada como uma dor aguda e está intimamente relacionada com a necessidade da administração de fármacos para alívio do sintoma, na tentativa de retardar a procura por atendimento odontológico. Nesse contexto, o uso de fármacos ocorre, muitas vezes, sem diagnóstico, prescrição ou orientação feitos pelo dentista. Desta forma, este trabalho teve por objetivo avaliar a prática da automedicação com a dor odontogênica, em pacientes que procuram o serviço universitári...

  15. Alterações degenerativas em pacientes com disfunção crâniomandibular Degenerative alterations in patients with craniomandibular desorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Baptista Ilha filho

    2004-05-01

    Full Text Available Os processos degenerativos da ATM foram estudados em 17 pacientes, 34 ATMs do Serviço de Cirurgia Bucomaxilofacial do Hospital Jaraguá-São Paulo/SP, todos com diagnóstico de disfunção crâniomandibular. Foi utilizado o exame radiográfico do tipo transcraniano para verificação das degenerações articulares. As ATMs de cada paciente foram examinadas por três diferentes profissionais com auxílio do exame radiográfico. O exame clínico procurou observar dados como raça, gênero, a queixa principal de cada paciente, presença de dor pré-auricular, dor muscular, estalo nas articulações, e limitação da abertura da boca. A dor pré-auricular, e os estalos foram as principais queixas dos pacientes. As alterações degenerativas ocorreram mais nas mulheres com faixa etária entre 20 a 29 anos. Ocorreram na seguinte ordem decrescente: facetamento, eburnação e osteófito. As alterações foram mais marcantes no côndilo do que na eminência articular, já os facetamentos estiveram relacionados com a queixa principal de dor pré-auricular. Foi observado estatisticamente uma correlação de 70% entre o facetamento e a ebunação.The degenerative alterations of TMJ were study in 17 patients, 34 TMJs in the service of Hospital Jaraguá São Paulo-SP all of these patients with signs and symptoms of craniomandibular disfunction. It was used TMJ transcranial radiographs to verificate the joints degeneratives. The TMJs of each patient were examined by three differents professionals with help of radiographic exams. The clinical examination search to observe aspects as race, Sex, age the main complet of each patient, presence of pre-auricular pain, the click and limitation of mouth overture. The pre-auricular pain, the clicks were the main complete of the patients. The degenerative alterations were most frequent in woman on age between 20-29, in this decreansing order: flattenig, sclerosis, osteophyte. The alterations were more frequent in the

  16. Caracterização dos pacientes de um ambulatório de disfunção temporomandibular e dor orofacial Características de pacientes en un ambulatorio de disfunción temporomandibular y dolor orofacial Characterization of patients in a temporomandibular dysfunction and orofacial pain outpatient clinic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Regina Kretly Bove

    2005-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é descrever as características dos pacientes de um serviço especializado em disfunção temporomandibular e dor orofacial e discutir a inserção da assistência de enfermagem nesse serviço. Foi utilizado um questionário baseado no referencial de etapas do Processo de Enfermagem, aplicado em uma amostra de 150 pacientes, no período de maio a agosto de 2003. Os pacientes de ambos os sexos e idades entre 12 e 77 anos foram admitidos no estudo seqüencialmente. Os dados revelaram que a maioria foi do sexo feminino (85%, predomínio da faixa etária de 21 a 60 anos (76%, apenas 3% não apresenta nenhum grau de instrução formal. O papel da enfermeira, introduzido nessa clínica multidisciplinar criou condições para avaliar dados demográficos, epidemiológicos, identificar necessidades dos pacientes e desenvolver habilidades e atitudes de autocuidado. O modelo proposto possibilitou organizar a coleta de dados e favorecer a realização de pesquisas.Los objetos de este estudio son los de describir las características de los pacientes en un ambulatorio de disfunción temporomandibular y dolor orofacial y discutir la inserción de la atención de enfermería en este servicio. Se utilizó un cuestionario basado en el referencial de etapas del Proceso de Enfermería aplicado en una muestra de 150 pacientes atendidos en mayo-agosto de 2003. Los pacientes de ambos los sexos y con edad entre 12 y 77 años fueron admitidos en el estudio en secuencia. Las informaciones revelaron que la mayoría (85% es del sexo femenino y del grupo de edad de 21 a 60 años (76%; sólo el 3% no presentó ningún grado de instrucción formal. El papel de la enfermera introducido en este servicio multidisciplinario sirvió para evaluar datos demográficos y epidemiológicos, identificar necesidades de los usuarios y desarrollar habilidades y actitudes de autocuidado. El modelo propuesto permitió organizar la obtención de datos y fomentar la

  17. Iatrogenia em pacientes idosos hospitalizados Iatrogeny in hospitalized elderly patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eurico T. Carvalho-Filho

    1998-02-01

    Full Text Available Analisar as complicações iatrogênicas apresentadas por idosos hospitalizados. Estudo retrospectivo dos prontuários de 96 pacientes, 48 do sexo masculino e 48 do feminino, com idades variando de 60 a 93 anos (média: 75,7 anos, hospitalizados durante o ano de 1995 em enfermaria geriátrica. A análise da evolução dos pacientes durante o período de hospitalização permitiu evidenciar: 1 em 42 (43,7% pacientes ocorreram uma ou mais complicações iatrogênicas, num total de 56 episódios; 2 manifestações relacionadas aos procedimentos diagnósticos corresponderam a 17,9% das iatrogenias; 3 alterações relacionadas às medidas terapêuticas corresponderam a 58,9%, sendo 32,1% referentes à terapêutica farmacológica e 26,8% a outros procedimentos terapêuticos; 4 manifestações iatrogênicas não relacionadas diretamente às afecções (úlceras de decúbito, quedas e fraturas corresponderam a 23,2%; 5 a presença de manifestações iatrogênicas correlacionou-se com período mais prolongado de internação; 6 cinco pacientes faleceram em conseqüência direta de complicações iatrogênicas. A iatrogenia é freqüente em pacientes idosos hospitalizados, podendo determinar manifestações graves e mesmo fatais. Como uma significativa proporção dessas complicações pode ser evitada através de medidas adequadas, deve-se procurar identificar suas causas e desenvolver métodos para previni-la ou reduzir seus efeitos.PURPOSE: To evaluate the iatrogenic complications in hospitalized elderly patients. MATERIAL AND METHOD: Review of the medical records of 96 patients, 48 men and 48 women, aged 60 to 93 years (75.7 years on average, hospitalized in a geriatric ward during 1995. RESULTS: The study of the medical records of the patients showed: 1 forty-two (43.7% of the elderly had one or more iatrogenic illnesses, with a total of 56 occurrences; 2 complications due to diagnostic tests corresponded to 17.9% of the iatrogenic disorders; 3

  18. Endocardite bacteriana em paciente com diabetes mellitus tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcinda Aranha Nigri

    2016-10-01

    Full Text Available Introdução: A endocardite infecciosa é uma infecção microbiana da superfície do endocárdio. Acomete sobretudo valvas cardíacas, em geral, a mitral. Etiologias comuns são: uso de drogas injetáveis, infecção oral, hemodiálise a longo prazo e diabetes mellitus (DM. O diagnóstico é realizado por meio dos Critérios de Duke. Objetivos: Relatar caso de endocardite de paciente do Hospital Santa Lucinda (HSL. Metodologia: As informações foram obtidas pelo exame clínico, prontuário da paciente, relato da equipe médica e revisão de literatura. Relato de Caso: Paciente L.F.P.L., F., 54 anos, DM tipo 2, hipertensa, com insuficiência renal crônica não-dialítica, com úlceras de membros inferiores (MMII. Foi realizado debridamento e uso de antibiótico (ATB. Posteriormente, procurou hospital com queixa de dispneia. Diagnosticada com pneumonia (sic, usou ATB. A posteriori, apresentou anasarca e febre. Não houve leucocitose provavelmente devido ao uso de ATB. Constatou-se sopro mitral; no ecocardiograma: insuficiência mitral e tricúspide e vegetação em valva mitral, indicando endocardite infecciosa. Encaminhada ao HSL para cirurgia, apresentou na admissão: derrame pleural, hemo- e leucograma (LEU sem alterações, ureia 142, glicose 256 (mg/dL e albumina 2,6 (g/dL. Após 6 dias, foi inserida a prótese biomitral e cerclagem de valva tricúspide. Realizou-se transfusões sanguíneas pós-cirúrgicas. Manifestou parada cardiorrespiratória (PCR, realizada ressuscitação cardiopulmonar. Após 10 dias, apresentou arritmia, PCR, sepse e foi a óbito. Conclusões: O manejo adequado do DM pode evitar complicações, como úlceras de MMII, evitando, consequentemente, a disseminação via hematogênica e o quadro de endocardite. Deve-se considerar o uso prévio de ATB ao se analisar o LEU do paciente.

  19. Sofrologia caycediana®: contributo para o tratamento da dor no doente oncológico

    OpenAIRE

    Campos, Marina

    2015-01-01

    Mestrado em Fisioterapia O objetivo deste trabalho é apresentar a Sofrologia Caycediana® como um instrumento complementar para diminuição da dor oncológica em pacientes que sofrem de dor crónica. A Sofrologia Caycediana® é uma ciência com técnicas e métodos específicos. Estas técnicas podem ser adaptadas por cada profissional e para cada paciente. Permite também que o doente mantenha a força e a amplitude de movimento, pois o método inclui exercícios estáticos e dinâmicos; a Sofrologia dá ...

  20. Ângulo Q e pronação subtalar não são bons preditores de dor e função em indivíduos com síndrome da dor femoropatelar

    OpenAIRE

    Silva, Danilo de Oliveira; Briani,Ronaldo Valdir; Ferrari,Deisi; Pazzinatto,Marcella Ferraz; Aragão,Fernando Amâncio; Azevedo,Fábio Mícolis de

    2015-01-01

    RESUMO Este estudo teve como objetivo avaliar a capacidade dos testes clínicos de mensuração do ângulo Q e pronação subtalar em predizer a dor e as limitações funcionais referidas por indivíduos com Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP). Trinta e um indivíduos com SDFP foram recrutados para este estudo. O questionário Anterior Knee Pain Scale foi utilizado para identificar as limitações funcionais, e a Escala Visual Analógica de dor para a dor vivenciada por esses indivíduos referente ao últim...

  1. Dor neuropática após trauma com agulha de peridural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilson Cassem Ramos

    2008-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Complicações neurológicas decorrentes de anestesia peridural são incomuns. O trauma mecânico direto em raízes nervosas pode provocar dor neuropática que costuma evoluir de maneira favorável; contudo, trata-se de complicação potencialmente grave que, em certas circunstâncias, pode progredir para quadro crônico. O objetivo foi discorrer o tema dor neuropática aguda e traumática, abordando, sobretudo, sobre o seu tratamento. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, admitido para tratamento cirúrgico de refluxo gastroesofágico, pela técnica laparoscópica e com alta hospitalar prevista para o primeiro pós-operatório (PO. Submeteu-se a bloqueio anestésico peridural associado à anestesia geral. Durante a localização do espaço peridural, o paciente referiu dor muito intensa e parestesia em membro inferior esquerdo. A agulha foi reposicionada e o espaço peridural localizado. O paciente evoluiu no PO com alodinia e hiperestesia. Foi firmado o diagnóstico de dor neuropática. O tratamento instituído constou de antidepressivo, anticonvulsivante, corticóide, tramadol e complexo vitamínico B. No 28º PO o paciente apresentava-se assintomático e com exame físico normal, quando recebeu alta médica. CONCLUSÕES: A evolução do quadro com o tratamento proposto foi favorável. O diagnóstico e tratamento precoces podem evitar lesões irreversíveis, mudar o prognóstico dos pacientes e evitar desdobramentos de caráter social e médico-legal.

  2. Estudo comparativo de dois protocolos de exercícios excêntricos sobre a dor e a função do joelho em atletas com tendinopatia patelar: estudo controlado e aleatorizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Alves da Cunha

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O agachamento excêntrico em plano inclinado tem-se mostrado eficaz no tratamento conservador da tendinopatia patelar, especialmente na população atlética. Entretanto, diversos aspectos, como intensidade e dor durante a realização da terapia, ainda apresentam divergências entre autores. Objetivos: Comparar a eficácia de dois protocolos de exercício excêntrico (executado com e sem dor, na melhora da função do joelho e na intensidade da dor em atletas com tendinopatia patelar. MÉTODOS: Foram selecionados 17 atletas de ambos os gêneros com diagnóstico de tendinopatia patelar e aleatoriamente distribuídos em dois grupos de tratamento. Os voluntários do primeiro grupo realizaram exercícios de agachamento excêntrico em plano inclinado com dor no tendão patelar. Os voluntários do segundo grupo foram orientados a realizar o mesmo exercício, porém sem apresentar dor no tendão patelar durante a realização. O tratamento teve a duração de 12 semanas e a avaliação de dor e função foi realizada pelo VISA-P e pela EVA antes de iniciar o tratamento, com oito semanas de intervenção e ao término do tratamento. RESULTADOS: Houve uma melhora em ambos os grupos quando comparados os resultados das avaliações realizadas após oito e 12 semanas do início do tratamento com a avaliação inicial, porém não houve diferença significativa entre o grupo que realizou exercício com dor e o grupo que executou os exercícios sem dor. Na análise da probabilidade de obtenção de uma melhora clínica para os escores de VISA e EVA em oito e 12 semanas, não houve nenhuma diferença entre os dois grupos. CONCLUSÃO: Um programa de exercício excêntrico usando agachamento em plano inclinado, realizado com ou sem a presença de dor, foi eficaz na melhora da dor e da função em atletas com tendinopatia patelar.

  3. Viscossuplementação em pacientes com artropatia hemofílica Viscosupplementation in patients with hemophilic arthropathy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Zelada

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se a viscossuplementação com ácido hialurônico em pacientes com artropatia hemofílica grave associada com triancinolona após a lavagem articular com soro fisiológico melhora a dor, a rigidez, a função e a qualidade de vida. MÉTODOS: Onze pacientes com artrite hemofílica de joelhos com e sem acometimento de outras articulações (tornozelos e cotovelos foram submetidos a lavagem articular com soro fisiológico e subsequente infiltração de hilano e triancinolona em todas as articulações acometidas. Responderam os questionários algo-funcionais (WOMAC e Lequesne, escala analógica visual para dor (VAS e SF-36, no pré-operatório, e com um e três meses de pós-operatório. RESULTADOS: A dor (VAS e WOMAC dor e a rigidez (WOMAC rigidez não apresentaram melhora significativa (p=0,3; p=0,2; p=0,1, respectivamente. Porém a função apresentou uma melhora significativa dada pelo WOMAC função e total (11 pontos em média, p=0,04 e p=0,001, respectivamente. A pontuação no questionário de Lequesne não variou significativamente (p=0,1. Porém tantos os componentes mental como físico do SF 36 tiveram melhoras clinicamente relevantes e significativas (p=0,002. CONCLUSÃO: A lavagem articular com soro fisiológico seguida pela infiltração de corticosteroide e hilano é efetiva no tratamento da artropatia hemofílica, sobretudo na melhora funcional e na qualidade de vida. Nível de Evidência IV, Série de casos.OBJECTIVE: To assess whether viscosupplementation with hyaluronic acid in patients with severe hemophilic arthropathy associated with triamcinolone after washing with saline improves joint pain, stiffness, function and quality of life. METHODS: Eleven patients with hemophilic arthritis of the knee with and without involvement of other joints (elbows and ankles underwent joint lavage with saline and subsequent injection of Hylan and triamcinolone in all affected joints. The patients answered the algo

  4. Análise clínica e terapêutica dos pacientes oncológicos atendidos no programa de dor e cuidados paliativos do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho no ano de 2003 Análisis clínico y terapéutico de los pacientes oncológicos atendidos en el programa de dolor y cuidados paliativos del Hospital Universitario Clementino Fraga Filho en el año 2003 Clinical and therapeutic analysis of oncology patients treated at the pain and palliative care program of the Hospital Universitário Clementino Fraga Filho in 2003

    OpenAIRE

    Giselane Lacerda Figueredo Salamonde; Nubia Verçosa; Louis Barrucand; Antônio Filpi Coimbra da Costa

    2006-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os cuidados paliativos têm como meta principal o controle da dor e de outros sintomas nos pacientes com doenças crônicas, sem possibilidade de cura, sobretudo no câncer avançado. A dor intensa acomete 75% dos pacientes com câncer avançado, interferindo na qualidade de vida e segundo a OMS é considerada uma emergência médica mundial. Este estudo avaliou o perfil dos pacientes oncológicos do Programa de Tratamento da Dor Crônica e Cuidados Paliativos do HUCFF/FM/UFRJ,...

  5. Estudo randomizado e controlado de uma intervenção terapêutica grupal em pacientes com síndrome fibromiálgica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marielza R. Ismael Martins

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a eficácia de um programa interdisciplinar semanal (PIS composto de atividades educativas, terapias físicas, alongamento, ergonomia, orientações posturais combinado com estratégias cognitivas e comportamentais e abordagens de aspectos psicossociais e ocupacionais, a fim de determinar se esta intervenção seria efetiva em curto e médio prazos para melhora dos sintomas destes pacientes. Casuística e métodos: Trata-se de um estudo unicêntrico, randomizado, simples cego e controlado com amostra de um grupo-teste (T, com diagnóstico de SFM (n = 12, e de um grupo-controle (C submetido a interconsulta na Clínica da Dor (n = 15. Os instrumentos utilizados em dois momentos distintos foram: Questionário de Impacto de Fibromialgia (FIQ, Escala Visual Analógica (EVA e Protocolo Pós-Sono (PSI. Para avaliar a qualidade de vida, foi utilizado o Questionário SF-12. Resultados: Na amostra dos dois grupos houve predomínio do gênero feminino, média de idade de 42,5±9,8 anos, 43% casados e média de escolaridade de 8,3±4,5 anos. Foi relatado um tempo médio de dor de 4,2 anos e uma média de dois anos para o diagnóstico de SFM no grupo T. Houve diferença estatística entre os grupos, em relação à eficácia pós-intervenção do PIS, em quase todos os desfechos analisados. Conclusão: Verificou-se que o programa interdisciplinar semanal (PIS contribuiu para melhora da qualidade de vida dos pacientes fibromiálgicos.

  6. Pain in Parkinson's disease Dor na doença de Parkinson

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grace Helena Letro

    2009-09-01

    Full Text Available Pain may precede the diagnosis in Parkinson's disease (PD. The goal of this study was to assess the pain in a group of 20 females and 30 males with PD, after excluding co-morbidities as causes. It was used the following tools: Unified Parkinson's Disease Rating Scale, McGill questionnaire and Beck Depression Inventory. In 27 patients (54%, the pain was associated with PD, occurring in 22 (44% in the off period and 5 (10% in both on and off periods. The off period resulted in an increased frequency of pain, which was related to stiffness. There was no association between pain and tremor in off period, neither between pain and Modified Hoehn and Yahr stage, nor the Schwab and England scale. It was not observed an association between pain and depression, neither between pain and dyskinesia. It was noticed the improvement in pain in 16 patients with levodopa (59.26%.Dor pode preceder o diagnóstico na doença de Parkinson (DP. O objetivo deste estudo foi avaliar a dor num grupo de 20 mulheres e 30 homens com DP. Após a exclusão das co-morbidades como causa. Foi usado o seguinte: Unified Parkinson`s Disease Rating Scale, o questionário de dor McGill e o Inventário de Depressão de Beck. Em 27 pacientes (54%, a dor associou-se com a DP, ocorrendo em 22 (44% no período off e em 5 (10% nos períodos on e off. O período off resultou num aumento da freqüência da dor, o qual se relacionou com a rigidez. Não houve associação entre dor e tremor no período off, estágio Hoehn e Yahr modificado, nem a escala de Schwab e England. Não foi observado associação entre dor e depressão, nem entre dor e discinesia. Foi observada a melhora da dor em 16 pacientes com levodopa (59.26%.

  7. Síndrome coronariana aguda em paciente jovem com sintomas atípicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Daher

    2012-08-01

    Full Text Available O diagnóstico da dor torácica aguda no setor de emergência pode ser difícil e desafiador, incluindo diversos diagnósticos diferenciais, dentre eles: causas benignas a causas potencialmente fatais. O diagnóstico na maioria das vezesé estabelecido através do quadro clínico e de exames complementares como: marcadores de necrose miocárdica, eletrocardiograma e radiografia de tórax.A angiotomografia coronariana tem sido utilizada nos casos de dor torácica aguda com baixa ou intermediária probabilidade de síndrome coronariana aguda, permitindo sua exclusão e conseqüente alta precoce dos pacientes. Apresentamosrelato de caso de uma paciente jovem com dor precordial atípica e marcadores de necrose miocárdica discretamente elevados. Considerando-se a epidemiologia e o quadro clínico da paciente, foi feita hipótese diagnóstica inicial de miocardite. A angiotomografia cardíaca com pesquisa de realce tardiofoi solicitada. Apesar do escore de cálcio ter sido zero, foi diagnosticada lesão estenosante grave no terço médio da artéria coronária descendente anterior com realce tardio na parede anterior do ventrículo esquerdo, compatível comnecrose miocárdica. A paciente foi submetida a cateterismo com angioplastia da lesão.

  8. Contraste iodado em tomografia computadorizada : reações adversas imediatas em pacientes hospitalizados

    OpenAIRE

    Beatriz Cavalcanti Juchem

    2005-01-01

    Pesquisa quantitativa do tipo exploratório-descritivo, prospectivo, de caráter não experimental. O objetivo consistiu em conhecer as reações adversas imediatas ao contraste iodado intravenoso em pacientes internados, submetidos a tomografia computadorizada num hospital escola, sendo campo do estudo a Unidade de Tomografia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A coleta de dados ocorreu através de planilha de registros preenchida pela equipe de enfermagem atuante na Unidade, durante as 24 ho...

  9. QUESTIONÁRIO PARA AVALIAÇÃO DA DOR MUSCULOESQUELÉTICA EM PRATICANTES DE EXERCÍCIO (Q-ADOM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Pereira Lima

    Full Text Available RESUMO Introdução: As doenças cardiovasculares têm sido associadas à presença de desordens musculoesqueléticas. A dor presente nessas comorbidades pode constituir fator limitante para prática de exercício. No entanto, não foram encontrados instrumentos que proporcionem mensuração mais criteriosa e com informações precisas, que possam ser facilmente utilizados na prática clínica. Neste sentido, torna-se relevante a construção e validação de um instrumento mais específico para obtenção de informações detalhadas sobre a presença e gravidade desses sintomas e sua interferência nos aspectos funcionais, custos e fatores psicossociais, em diferentes momentos, resultando em uma avaliação mais precisa. Com isso, profissionais da equipe multidisciplinar envolvidos nos programas de reabilitação cardiopulmonar e metabólica (RCPM podem utilizá-lo na prática clínica e abrir mão de estratégias especificamente direcionadas a essas afecções. Objetivo: Construir e validar um instrumento para avaliação da dor musculoesquelética em repouso e durante o exercício em participantes de RCPM. Métodos: Foram realizados procedimentos teóricos, empíricos e analíticos. A análise de concordância entre avaliadores (juízes foi verificada pelo teste W de Kendall, a consistência interna dos itens, por meio do alfa de Cronbach e a reprodutibilidade e estabilidade de medidas, por meio do teste e reteste (coeficiente de correlação intraclasse - CCI e coeficiente de Kappa. Resultados: A concordância entre avaliadores foi significativa (p = 0,001 e a consistência interna apresentou valores satisfatórios (alfa de Cronbach > 0,82. O teste-reteste sinalizou boa reprodutibilidade e estabilidade de medidas (CCI < 0,40 e Kappa < 0,60. Conclusão: O questionário para avaliação da dor musculoesquelética em praticantes de exercício (Q-ADOM mostrou-se válido, reprodutível e confiável para ser utilizado na avaliação da dor

  10. Depressive symptoms in rheumatoid arthritis Sintomas depressivos em pacientes com artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Francisco Botequio Mella

    2010-09-01

    TODO: Participaram do estudo 62 pacientes com artrite reumatóide e 60 pacientes com osteoartrite. Foram coletados dados sociodemográficos e clínicos e foram aplicadas as escalas Hospital Anxiety and Depression Scale e Disability Index of the Health Assessment Questionnaire. RESULTADOS: A prevalência dos sintomas depressivos foi 53,2% na artrite reumatóide e 28,3% na osteoartrite (p = 0,005. A prevalência dos sintomas ansiosos foi 48,4% na artrite reumatóide e 50,0% na osteoartrite (p = 0,859. Os valores médios (desvio padrão de Disability Index of the Health Assessment Questionnaire foram 1,4 (0,8 na artrite reumatóide e 1,4 (0,6 na osteoartrite (p = 0,864. Pacientes com artrite reumatóide e sintomas depressivos apresentaram menor nível educacional e maiores níveis de atividade da doença e incapacidade funcional. CONCLUSÃO: Embora ambas as doenças reumatológicas sejam similares em termos de dor e incapacidade funcional, uma prevalência significativamente maior de sintomas depressivos na artrite reumatóide foi encontrada. Essa diferença poderia ser explicada por meio da hipótese de um mecanismo neuroimunobiológico relacionado às citocinas nas doenças inflamatórias, o qual vem sendo considerado candidato para o desenvolvimento de sintomas depressivos.

  11. Fatores de risco associados à intensidade de dor nas costas em escolares do município de Teutônia (RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matias Noll

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este estudo teve como objetivo verificar a prevalência e intensidade de dor nas costas (DC e os fatores de risco associados a um nível de elevada intensidade de dor em escolares do Ensino Fundamental de Teutônia, RS. Participaram deste estudo epidemiológico 1.597 escolares de 5ª a 8ª séries. Os dados foram coletados por meio de um questionário autoaplicável e analisados a partir de uma análise multivariável e do cálculo das razões de prevalência (RP (α=0,05. Verificou-se que a prevalência de DC nos últimos três meses foi de 55,7% (n = 802 e que a elevada intensidade de DC está associada com as variáveis: frequência de dor (RP = 1,37; p = 0,001, impedimento ao fazer atividades do dia a dia (RP = 1,25; p = 0,001 e meio de transporte do material escolar (RP = 1,10; p = 0,026. Estes resultados podem auxiliar os professores de educação física a planejar suas atividades curriculares.

  12. Avaliação da dor no recém-nascido prematuro em Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marques Santos

    2012-02-01

    Full Text Available O estudo objetivou analisar o processo de identificação da dor no prematuro pela equipe multiprofissional da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público de uma cidade do interior da Bahia. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório e quantitativo, realizado com 24 trabalhadores da saúde, através de um formulário. Os dados foram analisados no Statistical Package for Social Sciences. Os resultados evidenciaram que 100% dos entrevistados acreditavam que o recém-nascido sente dor, 83,3% reconheciam a dor como sinal vital; 58,4% não conheciam as escalas; 70,8% não as utilizavam e destacaram sinais fisiológicos e comportamentais como sugestivos de dor. É importante que os profissionais entendam a dor como um fenômeno complexo que demanda intervenção precoce, garantindo a excelência do cuidado.

  13. Diminuição da dor em mulheres com dismenorreia primária, tratadas pelo método Pilates

    OpenAIRE

    Araújo,Luana Macêdo de; Silva,José Mário Nunes da; Bastos,Weltianne Tavares; Ventura,Patrícia Lima

    2012-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dismenorreia corresponde a um conjunto de manifestações de caráter doloroso que aparecem no dia anterior ou no primeiro dia de fluxo menstrual. O método Pilates, compreende uma série de exercícios baseados nos movimentos progressivos que o corpo é capaz de executar. O presente estudo teve como objetivo comparar a dor em mulheres com dismenorreia primária antes e após serem submetidas ao método Pilates. MÉTODO: Trata-se de um estudo descritivo, experimental, com ca...

  14. EFEITOS DA ORIENTAÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA EM PACIENTES COM OSTEOARTRITE AVANÇADA DO JOELHO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Souza Campos Fernandes

    Full Text Available RESUMO Introdução: A osteoartrite (OA do joelho atinge 20% da população mundial e 70% a 80% dos indivíduos com mais de 65 anos. Caracteriza-se por dor e incapacidade funcional determinada pela degeneração da cartilagem articular e do osso subcondral. Seu tratamento conservador inclui a prática de exercícios físicos. Objetivo : Determinar os efeitos da prescrição e orientação da atividade física em pacientes com OA avançada do joelho. Métodos: Foram incluídos 23 pacientes submetidos a atividade física com orientação e avaliados no momento inicial, aos três e aos seis meses, pelo sistema de pontuação EVA e WOMAC (3 domínios. Foi utilizado o modelo linear generalizado e nas situações com diferença significante entre os tempos de avaliação, foram feitas comparações múltiplas com o teste de Bonferroni, com nível de significância de cinco por cento. Resultados : Houve diferença estatisticamente significante entre as pontuações EVA e WOMAC no início do estudo e aos três e seis meses. Esses resultados foram independentes do grau de OA e de doença uni ou bilateral. Conclusão : A orientação da atividade física no tratamento de pacientes com OA avançada de joelho, melhora a função articular e deve ser considerada inclusive nos casos com indicação de artroplastia.

  15. Abordagem anestésica em paciente pediátrico com síndrome de Leigh

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ismail Serhat Kocamanoglu

    2013-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome de Leigh (SL é uma doença rara causada por anomalias na produção de energia mitocondrial. O sistema nervoso central é afetado com mais frequência, com retardo psicomotor, convulsões, nistagmo, oftalmoparesia, atrofia óptica, ataxia, distonia ou insuficiência respiratória. Os procedimentos cirúrgicos e anestésicos provocam irritabilidade traqueal e podem exacerbar os riscos de aspiração, sibilação, dificuldade respiratória, respiração ofegante, hipoventilação e apneia. RELATO DE CASO: Apresentamos uma abordagem anestésica usada em um menino de seis anos com a forma grave de SL que envolve reparação de uma fratura de fêmur. Propofol e remifentanil foram infundidos para anestesia geral. O paciente foi atentamente monitorado durante a anestesia e sua permanência na unidade de terapia intensiva no período pós-operatório inicial. CONCLUSÕES: Uma atenta monitoração intraoperatória dos pacientes, que inclui pressão arterial invasiva e mensurações frequentes da gasometria, glicose e lactato, faz esse procedimento transcorrer sem problemas. A terapia intensiva e a assistência respiratória ao paciente com SL sob sedação, com uma combinação de analgésicos durante o período pós-operatório inicial, minimizaram a resposta ao estresse causado pela dor pós-cirúrgica.

  16. Aspectos tomográficos da tuberculose pulmonar em pacientes adultos com AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lanamar Aparecida de Almeida

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho tem como finalidade descrever os achados tomográficos da tuberculose pulmonar em pacientes adultos com AIDS atendidos no serviço de radiologia de um hospital de referência em doenças infecciosas, procurar associações desses achados e a contagem de CD4. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram estudados 45 pacientes por meio de tomografia computadorizada de tórax durante quatro anos. RESULTADOS: Foram encontrados linfonodomegalia mediastinal e/ou hilar em 31 (68,8% dos casos, derrame pleural em 29 (64,4%, nódulos centrolobulares de distribuição segmentar em 26 (57,7%, consolidação em 24 (53,3%, confluência de micronódulos em 17 (37,7%, nódulos mal definidos com distribuição centrolobular em 16 (35,5%, padrão de "árvore em brotamento" em 13 (28,9%, espessamento de parede brônquica em 12 (26,6%, cavidade de parede espessa em 10 (22,2%, nódulos miliares em 9 (20% e bronquiectasias cilíndricas em 6 (13,3%. Dos 45 pacientes, 35 (77,8% apresentaram CD4 200 cel/mm³. CONCLUSÃO: Concluímos que neste estudo, diversamente do descrito na literatura, linfonodomegalia mediastinal e/ou hilar e consolidação foram significativamente mais frequentes em pacientes com CD4 > 200 cel/mm³. No entanto, linfonodos com centro hipodenso foram mais frequentemente observados em pacientes com severa imunodepressão, ou seja, CD4 < 200 cel/mm³.

  17. Crenças em dor crônica: validação do Inventário de Atitudes frente à Dor para a língua portuguesa Creencias en dolor crónico: validación del Inventario de Actitudes frente al Dolor para la lengua portuguesa Chronic pain beliefs: validation of the survey of pain atittudes for the portuguese language

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cibele Andrucioli de Mattos Pimenta

    2006-09-01

    Full Text Available Este estudo validou o Inventário de Atitudes frente à Dor - versão reduzida (IAD-breve para a língua portuguesa. Sessenta e nove pacientes brasileiros foram avaliados. Os pacientes foram mulheres (71%, a idade média foi 50,8 anos (±15,4, a escolaridade média 7,4 anos (±4,8, e as dores mais freqüentes foram de etiologia musculoesquelética (39,1%, relacionadas ao câncer (34,8% e neuropáticas (20,3%. A análise fatorial resultou em sete domínios (Controle, Dano-físico, Incapacidade, Cura Médica, Emoção, Medicação e Solicitude, como no instrumento original. A consistência interna, avaliada pelo µ Chronbach, variou de 0,55 a 0,89, valores considerados moderados e bons. A versão em português apresentou equivalência conceitual à versão em inglês. A disponibilidade do IAD-breve, em português, pode contribuir para a melhoria da pesquisa e prática clínica em pacientes com dor crônica.En este estudio se validó el Inventario de Actitudes frente al Dolor - versión reducida (IAD-breve para el idioma portugués. Fueron evaluados sesenta y nueve pacientes brasileños. Los pacientes fueron mujeres (71%, la edad media fue de 50,8 años (±15,4, la escolaridad media 7,4 años (±4,8, y los dolores más frecuentes fueron de etiología músculo esquelética (39,1%, relacionadas al cáncer (34,8% y neuropáticas (20,3%. El análisis factorial resultó en siete dominios (Control, Daño físico, Incapacidad, Cura Médica, Emoción, Medicación y Solicitud, como en el instrumento original. La consistencia interna, evaluada por el µ Chronbach, varió de 0,55 a 0,89, valores considerados moderados y buenos. La versión en portugués presentó equivalencia conceptual a la versión en inglés. La disponibilidad del IAD-breve, en portugués, puede contribuir en la mejoría de la investigación y la práctica clínica en pacientes con dolor crónico.This study validated the Survey of Pain Attitudes - brief version (SOPA for the Portuguese

  18. Concomitância de fibromialgia em pacientes com espondilite anquilosante Occurrence of fibromyalgia in patients with ankylosing spondylitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valderilio Feijó Azevedo

    2010-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A Espondilite Anquilosante (EA é uma doença inflamatória crônica que acomete o esqueleto axial. Cursa com dor e incapacidade funcional. Para medir o impacto da EA na vida dos pacientes são utilizados questionários que avaliam a atividade da doença (BASDAI; a incapacidade funcional (BASFI; e a qualidade de vida (ASQoL. A Fibromialgia (FM é uma das causas mais comuns de dor generalizada e pode coexistir com outras doenças; pode ser avaliada por meio do questionário de impacto da Fibromialgia (FIQ. Há poucos estudos demonstrando correlações entre FM e EA. O presente estudo obteve dados referentes ao perfil epidemiológico de pacientes com EA e FM e avaliou a prevalência de FM em portadores de EA. Avaliou-se a interferência da FM nos escores dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL. PACIENTES E MÉTODO: Foram incluídos 71 pacientes portadores de EA diagnosticados de acordo com os critérios modificados de Nova York. Avaliação clínica, funcional e aplicação dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL foram realizados. Os pacientes com diagnóstico de FM foram avaliados com o FIQ. RESULTADOS: Onze pacientes preencheram os critérios para FM, observando-se assim uma prevalência de 15% de FM entre os pacientes com EA, sendo mais frequente entre as mulheres (3,8:1. A idade de início da doença (EA foi de 27,5 anos. O antígeno HLA-B27 foi positivo na grande maioria (80,4%. Comparando-se as médias dos testes BASDAI, BASFI e ASQoL, verificou-se que os valores são significativamente superiores (P INTRODUCTION: Ankylosing spondylitis (AS is a chronic inflammatory disease that affects the axial skeletal system, causing pain and functional incapacity. To measure the impact of AS on patient's life, questionnaires are used to assess disease activity (BASDAI; functional incapacity (BASFI; and quality of life (ASQoL. Fibromyalgia (FM is one of the most common causes of generalized pain and can coexist with other diseases; it can be assessed by

  19. Sepsis in burned patients Sepse em pacientes queimados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Lessa S. de Macedo

    2003-12-01

    ,4% desenvolveram sepse clinicamente e microbiologicamente provada. Vinte e seis (53,1% eram homens, 23 (46,9% eram mulheres, com uma média de idade de 22 anos (variação de um a 89 anos e superfície corporal queimada total de 37,7 ± 18,4% (variação de 7 a 84 %. Quarenta e três pacientes tiveram queimaduras por chama aberta, cinco por escaldamento e um por queimadura elétrica. Esses 49 pacientes tiveram um total de 62 episódios septicêmicos. Quarenta (81,6% pacientes tiveram somente um episódio de sepse e nove (18,4% tiveram até três episódios. Trinta (61,2% pacientes tiveram seu primeiro episódio septicêmico dentro da primeira semana após a queimadura. Dos 62 episódios de sepse, 58 foram bacterianos e quatro por Candida sp. As bactérias mais comumente isoladas das hemoculturas foram Staphylococcus aureus, Staphylococcus coagulase-negativo, Acinetobacter baumannii, Enterobacter cloacae e Klebsiella pneumoniae. Onze (18,9% episódios foram devido a S. aureus resistentes à oxacilina. A. baumannii era sensível a ampicilina/sulbactam em 71,4% e ao imipenem em 85,7% dos casos. O foco primário da sepse foi a queimadura em 15 (24,2% episódios. Os achados clínicos mais comuns da sepse foram a febre, dispnéia, hipotensão e oligúria. As alterações laboratoriais mais comuns foram a anemia, leucocitose, hipoabuminemia e trombocitopenia. Doze (24,5% pacientes morreram. O conhecimento apropriado dos aspectos clínicos, epidemiológicos, laboratoriais e microbiológicos da sepse no paciente queimado favorecem um adequado diagnóstico e tratamento dessa complicação.

  20. Spontaneous splenic rupture in a patient receiving thrombolytic therapy Ruptura esplênica espontânea em paciente submetida a terapia trombolítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Revesz

    2009-09-01

    Full Text Available We describe the case of a 67-year-old female patient with a history of femoral-distal bypass graft with sudden onset of unremitting leg pain, who had recently received tissue plasminogen activator (t-PA. The patient reported non-compliance with her warfarin regimen. Angiography revealed occlusion of the bypass graft. Infusion of t-PA was performed via a right femoral artery approach. On hospital day two, the patient developed nausea and abdominal pain with associated hypotension. A CT scan showed a massive intra-abdominal and pelvic free fluid consistent with blood. The spleen was enlarged and fluid noted around the liver. At laparotomy, a grade III splenic laceration at the hilum was identified and a splenectomy performed. The patient recovered completely. Although rare, spontaneous splenic rupture should be considered in the differential diagnosis of patients undergoing thrombolytic therapy who develop signs of hemodynamic instability.Descrevemos o caso de uma paciente de 67 anos com histórico de enxerto fêmoro-distal com início súbito de dor repetitiva em membro inferior e que havia recebido ativador de plasminogênio tecidual (AP-t recentemente. A paciente relatou não adesão ao seu tratamento com warfarina. A angiografia revelou oclusão do enxerto. O AP-t foi administrado via artéria femoral direita. No segundo dia de hospitalização, a paciente apresentou náuseas e dor abdominal com hipotensão associada. Uma tomografia computadorizada revelou a existência de um fluido pélvico e intra-abdominal livre em grande quantidade, com suspeita de que fosse sangue. O baço estava crescido, e o fluido foi observado em torno do fígado. A laparotomia identificou uma laceração grau III no hilo esplênico, e uma esplenectomia foi realizada. A paciente teve recuperação completa. Embora rara, a ruptura esplênica espontânea deve ser considerada no diagnóstico diferencial de pacientes submetidos a terapia trombolítica que apresentem

  1. Avaliação da analgesia de opioide tópico em úlcera de perna de paciente falcêmico Evaluation of the topical application of opioid analgesia for a leg ulcer of a sickle cell disease patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre F. Neves

    2010-01-01

    Full Text Available A doença falciforme é caracterizada por apresentar várias alterações clinicas e fisiopatológicas nos pacientes que por ela são acometidos. Uma dessas alterações é presença de úlceras de perna dolorosas e de difícil cicatrização, sendo necessário o apoio de equipe multiprofissional no seu manejo e tratamento. Com o objetivo de reduzir a dor associada a úlcera de perna, o paciente falcêmico faz uso de opioides parenterais e enterais que normalmente estão associados a efeitos colaterais indesejados. Com o objetivo de reduzir o uso desses opioides sistêmicos, avaliamos um gel de morfina, de fácil manipulação e baixo custo, que foi utilizado antes e após o processo de troca de curativo das úlceras de perna dos pacientes falcêmicos atendidos em nossa instituição. Baseados na escala analógica da dor foi avaliado o efeito analgésico do gel em 28 pacientes. Todos apresentavam dor grau 7 ou 8 antes da aplicação do gel. Vinte e quatro pacientes (85,7% apresentaram total ausência de dor por um período de 24 horas, não sendo necessário o uso de analgésicos sistêmicos. Em três pacientes (10,7% a ausência de dor durou um periodo de 12horas. Somente um paciente (3,6% não relatou analgesia apos o uso do gel. Os resultados demonstraram que o gel é altamente eficaz no controle da dor das úlceras de perna de pacientes falcêmicos.Sickle cell disease is characterized by several clinical and pathophysiological changes including painful leg ulcers. These are difficult to heal and require the support of a multidisciplinary team in their management. The treatment of pain in these patients usually involves the use of opioids. In order to reduce the use of systemic opioids, we evaluated an easy-to-use low-cost morphine gel (0.12% that was applied before and after changing leg ulcer dressings of sickle cell patients treated in Hemorio hospital. Based on the Analogue Pain Scale (APS we evaluated the analgesic effect of the gel with

  2. A compreensão do residente médico em reumatologia no atendimento aos pacientes com fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Canzonieri Maeda

    Full Text Available Este estudo busca a compreensão do residente médico em reumatologia no atendimento ao fibromiálgico. A síndrome é de difícil diagnóstico, e a dor é o fator mais importante. OBJETIVOS: Entender como o residente compreende o atendimento; desvendar o que este atendimento gera. MÉTODOS: Estudo qualitativo baseado na fenomenologia hermenêutica, com entrevista individual, gravada, sobre o tema da interrogação: "O que é isto para você: atender o fibromiálgico?". São feitas análises das significações dos residentes. O estudo foi realizado em três hospitais-escola públicos, com todos os residentes médicos do segundo ano. RESULTADOS: O atendimento causa frustração, traz sentimento de impotência e gera indignação; o paciente sofre preconceito devido a idiossincrasias, a componentes sociais e à não adesão ao tratamento; o médico necessita de preparo emocional para atender - são requisitos necessários: saber ouvir e compreender a relação paciente-doença; o diagnóstico é marcado pela falta de comprovação laboratorial e subjetividade da anamnese; o médico necessita do apoio da psicologia, e o tratamento requer uma equipe multidisciplinar. CONCLUSÃO: O atendimento é frustrante e gera sentimento de impotência, sendo preciso maior preparo psicológico na formação médica e uma atuação mais integrada entre medicina, psicologia e fisioterapia.

  3. Revisão sobre o uso de gabapentina para controle da dor pós-operatória

    OpenAIRE

    Clivatti,Jefferson; Sakata, Rioko Kimiko; Issy, Adriana Machado [UNIFESP

    2009-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A gabapentina tem sido utilizada como adjuvante no tratamento da dor pós-operatória com componente neuropático. É responsável pela inibição da sensibilização central, diminuindo a dor pós-operatória. CONTEÚDO: Foram selecionados todos os estudos clínicos com distribuição aleatória que avaliaram o efeito da gabapentina na dor pós-operatória em humanos entre 2002 e 2007. Foram encontrados 26 artigos publicados. Em 17 estudos os pacientes receberam dose única pré-opera...

  4. Eficácia analgésica do uso da dextrocetamina intra-articular em pacientes submetidos a artroplastia total do joelho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hireno Guará Sobrinho

    2012-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A artroplastia total do joelho (ATJ é associada a significativa dor pós-operatória. Muitos agentes de uso intra-articular (IA têm sido empregados para analgesia pós-operatória com resultados inconsistentes. O enantiômetro cetamina S(+, a dextrocetamina, foi recentemente lançado comercialmente, com maior potência analgésica e menos efeitos indesejáveis do que a forma racêmica. Estudo prospectivo, experimental, aleatório e duplamente encoberto foi conduzido com o objetivo de avaliar a eficácia analgésica do uso da dextrocetamina por via intra-articular em pacientes submetidos à ATJ primária. MÉTODO: Foram avaliados 56 pacientes, alocados em três grupos: Grupo A (n = 19, que recebeu 0,25 mg.kg-1 de peso de dextrocetamina, diluído em 20 mL de solução fisiológica a 0,9%; Grupo B (n = 17, 0,5 mg.kg-1 de peso diluído da mesma forma; e Grupo C (n = 20, somente 20 mL de solução fisiológica a 0,9%, intra-articular, logo após o fim do procedimento e a colocação do dreno. Todos os pacientes tiveram acesso à terapia analgésica de resgate, sendo usada somente morfina endovenosa. Foram feitas avaliações 2, 6, 12 e 24 horas de pós-operatório, com mensuração da intensidade da dor pela Escala Analógica Visual (EAV, o uso da medicação de resgate pela avaliação do tempo decorrido entre a injeção intra-articular da solução e a primeira dose de resgate, o seu consumo total nas 24 horas e os efeitos adversos. RESULTADOS: Os grupos dextrocetamina obtiveram menores escores de dor quando comparados com a solução salina. A menor dose de dextrocetamina intra-articular (Grupo A: 0,25 mg.kg-1 usada resultou em melhores escores de dor e menos analgésico de resgate, com tempo de espera maior para sua solicitação. Os efeitos adversos foram infrequentes. Os resultados com menores escores de dor nos grupos que usaram a dextrocetamina são uma tend&eci+rc;ncia, pois não houve significância estat

  5. Importância da avaliação e padronização analgésica em serviços de emergência

    OpenAIRE

    2010-01-01

    OBJETIVOS: Conhecer a medicação antiálgica utilizada em pacientes que sofreram acidentes de transporte, o padrão analgésico e pontuar a intensidade da dor. MÉTODOS: Estudo descritivo, exploratório e longitudinal com abordagem quantitativa, que abrangeu 100 pacientes envolvidos em acidentes de transporte admitidos para tratamento em hospital referência para trauma. RESULTADOS: A dor foi identificada em 90,0% dos pacientes, sendo as de forte e média intensidade as mais frequentes; não se encont...

  6. Eficácia do resfriamento da pele no alívio da dor desencadeada pela injeção de toxina botulínica tipo A nas distonias faciais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Barros Bandeira de Mello Monteiro

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficácia do resfriamento da pele com gelo no alívio da dor desencadeada pela injeção de toxina botulínica tipo A na região periocular em pacientes portadores de distonia facial. MÉTODOS: Neste estudo prospectivo, 13 pacientes receberam injeção de toxina botulínica tipo A em região glabelar (m. prócero e periocular (m. orbicular para tratamento de distonia facial. Antes das aplicações, um lado da região glabelar foi resfriado com gelo durante 5 minutos, enquanto no outro lado foi aplicada pomada Epitezan®, funcionando como placebo. A aplicação foi feita primeiramente no lado resfriado. Após a aplicação em cada um dos lados os pacientes foram instruídos a dar uma nota para a dor desencadeada pela injeção, em uma escala de 0 a 10 onde 0 era ausência de dor e 10 a dor mais intensa. RESULTADOS: A média das notas dadas pelos pacientes à dor desencadeada pela injeção no lado onde foi aplicado placebo foi 3,92 ± 3,28. No local onde foi aplicado gelo a média das notas foi de 2,92 ± 2,18 (p < 0,0166. A média da diferença entre notas dos dois grupos foi de 1,0. CONCLUSÃO: No presente estudo o resfriamento da pele com gelo foi eficaz no alívio da dor desencadeada pela aplicação de toxina botulínica tipo A na região periocular em pacientes portadores de distonia facial.

  7. Processamento da correfer?ncia em pacientes com afasia de express?o

    OpenAIRE

    Vasconcelos, Manuela Leit?o de

    2012-01-01

    O processamento da correfer?ncia ? um fen?meno que vem sendo estudado internacionalmente. Buscando contribuir com essas estudos no ?mbito nacional, investigamos o processamento correferencial a partir do fen?meno da Penalidade do Nome Repetido e Hip?tese da Carga Informacional em pacientes com afasia. O objetivo geral do trabalho ? analisar o processamento da correfer?ncia em pacientes com afasia de Broca, investigando, especificamente, se pronomes s?o processados mais prontamente do que nome...

  8. Correlação clínica e radiológica de pacientes portadores de dor lombar crônica com a discografia Correlación de la clínica y radiología de pacientes portadores de dolor lumbar crónico con la discografia Clinical and radiological correlation in patients with low back pain submitted a discography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliano Neves Vialle

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: correlacionar dados clínicos e de imagem com resposta à discografia em pacientes portadores de dor lombar crônica. MÉTODOS: análise prospectiva de 33 discografias em 20 pacientes portadores de dor lombar crônica. A avaliação constou de exame clínico e radiológico por meio de um protocolo contendo dados da anamnese, VAS, Oswestry e achados da ressonância magnética. RESULTADOS: dos 33 discos examinados, 14 exames foram positivos e 19 negativos. A média de idade dos pacientes com discografia positiva foi de 40,7 anos e para discografia negativa foi de 43,14 anos. Os pacientes com dor lombar associada à ciática tiveram discografia positiva em 87,5% dos casos, enquanto pacientes com apenas lombalgia, 50% (p=0,008. A positividade da discografia foi de 88,9% para pacientes com mais de quatro episódios, enquanto entre um a quatro episódios tiveram positividade de 50% (p=0,004. A Escala Visual Analógica (EVA média e a avaliação conforme a escala de Oswestry não diferiram de modo significativo. Em relação à ressonância magnética, foi evidenciada uma positividade de 80% nos discos com HIZ (High Intesity Zone (p=0,045 e de 75% nos discos com alterações de Modic9 (p=0,083. O endpoint foi avaliado como com ou sem resistência á injeção intradiscal, e os exames com resistência tiveram menor positividade (31,58%, p=0,0143. CONCLUSÃO: pacientes com queixa principal de dor lombar associada à ciática, que tiveram mais de quatro agudizações associados a presença de HIZ na ressonância magnética têm maior incidência de positividade na discografia. Na discografia, endpoint com resistência tem maior associação com incidência de discos assintomáticos. Mesmo sem demonstrar diferença estatisticamente significante, existe uma forte associação entre alterações tipo Modic9 com discografia positiva.OBJETIVO: correlacionar datos clínicos y de imagen con respuesta a la discografía en pacientes de dolor lumbar cr

  9. Incapacidade relacionada à dor lombar crônica: prevalência e fatores associados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Góes Salvetti

    2012-10-01

    Full Text Available A incapacidade relacionada à dor lombar crônica (DLC é um fenômeno complexo e multifatorial. O objetivo desse estudo foi identificar a prevalência e os fatores associados à incapacidade em pacientes com dor lombar crônica. Estudo transversal com amostra composta por 177 pacientes com DLC, de três serviços de saúde; que responderam ao formulário com dados demográficos, ao Inventário de Depressão de Beck, às Escalas Oswestry Disability Index, de autoeficácia para dor crônica, Tampa de Cinesiofobia e de Fadiga de Piper. A prevalência de incapacidade foi de 65% (IC95%: 57,5 - 72,0 e era de moderada a grave em 80,7% dos pacientes. O modelo de regressão múltipla identificou três fatores independentemente associados à incapacidade: ausência de trabalho remunerado, autoeficácia baixa e depressão. Os fatores associados à incapacidade identificados são modificáveis. Intervenções como recolocação no trabalho, tratamento para a depressão e reconceitualização da crença de autoeficácia podem ter um impacto importante na prevenção e redução de incapacidade.

  10. Efetividade dos exercícios em cadeia cinética aberta e cadeia cinética fechada no tratamento da síndrome da dor femoropatelar

    OpenAIRE

    Fehr,Guilherme Lotierso; Cliquet Junior, Alberto; Cacho,Ênio Walker Azevedo

    2006-01-01

    FEHR, Guilherme Lotierso et al. Efetividade dos exercícios em cadeia cinética aberta e cadeia cinética fechada no tratamento da síndrome da dor femoropatelar. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, [s.l], v. 12, n. 2, p.66-70, mar./abr. 2006. Bimestral. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2010.

  11. Efetividade dos exercícios em cadeia cinética aberta e cadeia cinética fechada no tratamento da síndrome da dor femoropatelar

    OpenAIRE

    Fehr, Guilherme Lotierso; Cliquet Junior, Alberto; Cacho, Ênio Walker Azevedo

    2006-01-01

    FEHR, Guilherme Lotierso et al. Efetividade dos exercícios em cadeia cinética aberta e cadeia cinética fechada no tratamento da síndrome da dor femoropatelar. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, [s.l], v. 12, n. 2, p.66-70, mar./abr. 2006. Bimestral. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2010.

  12. Prevalência de dor crônica em adultos Prevalencia de dolor cronico en adultos Prevalence of chronic pain in adult workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clara Giorio Dutra Kreling

    2006-08-01

    Full Text Available A dor crônica é um problema de saúde pública que acarreta prejuízos pessoais e sociais. Estudos epidemiológicos de dor crônica no Brasil e no resto do mundo são escassos, principalmente em se tratando de dores não específicas e em populações não vinculadas a serviços de saúde. Foram objetivos desse estudo: identificar a prevalência de dor crônica em adultos trabalhadores; analisar a prevalência de dor crônica conforme o sexo; e analisar a prevalência de dor conforme locais do corpo. Esta pesquisa foi realizada com uma amostra de 505 funcionários da Universidade Estadual de Londrina (Paraná, Brasil, considerando-se uma prevalência esperada de 50%, margem de erro de 4% na estimativa e nível de confiança de 95%. Estabeleceram-se como significativos os valores de pEl dolor crónico es un problema de salud pública que puede acarrear prejuicios personales y sociales. Estudios epidemiológicos del dolor crónico en Brasil y en el resto del mundo son escasos, máxime cuando se trata de los dolores no específicos y en poblaciones que no se vinculam a los servícios de salud. Esse estudio tuvo como objetivos: identificar la prevalencia del dolor crónico em adultos trabajadores; analizar la prevalencia del dolor conforme regiones del cuerpo. Esa investigación fue realizada con una muestra de 505 funcionarios de la Universidad Estadual de Londrina, considerándose una prevalencia esperada de 50%, margen de error de 4% em la estimativa y nivel de confianza de 95%. Se estableció como significativo los valores de pChronic pain is a public health problem which causes personal and social losses. There are few epidemiological studies of chronic pain in Brazil and elsewhere in the world, especially those dealing with non-specific pain, in general population. The objectives of this study were: to identify the prevalence of chronic pain in adult workers; to analyze the prevalence of chronic pain according to gender, and local of pain

  13. A guerra das mães: dor e política em situações de violência institucional

    OpenAIRE

    Vianna,Adriana; Farias,Juliana

    2011-01-01

    O artigo busca discutir relações entre "violência" e "gênero" a partir de situações envolvendo formas de "luta por justiça" e expressão da dor por familiares de pessoas mortas pela polícia militar no Rio de Janeiro. Acompanhando situações diversas em que tais familiares, agrupados em redes de apoio e de organização política, buscam a condenação judicial dos policiais que mataram seus filhos, irmãos ou sobrinhos, procuramos refletir sobre o trabalho social de construção da "violência" e ilegit...

  14. Treinamento de músculos inspiratórios em pacientes com quadriplegia

    OpenAIRE

    Silveira,Janne Marques; Gastaldi, Ada Clarice [UNIFESP; Boaventura,Cristina de Matos; Souza,Hugo Celso

    2010-01-01

    OBJETIVO: Determinar se o treinamento de músculos inspiratórios pode aumentar a força e endurance desses músculos em pacientes com quadriplegia. MÉTODOS: Oito pacientes quadriplégicos (7 homens e 1 mulher) com lesão medular cervical entre C4 e C7 foram submetidos ao treinamento de músculos inspiratórios utilizando-se um resistor de carga linear ajustado em 30% da PImáx. As sessões de treinamento foram realizadas com os pacientes sentados 5 vezes por semana por 8 semanas. Tempo de endurance, P...

  15. Incidência de infecção em pacientes com cateter peridural tunelizado Incidencia de infección en pacientes con cateter peridural tunelizado Infection incidence in patients with tunneled peridural catheter

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecilia Iksilara

    2005-04-01

    Full Text Available O cateter peridural tunelizado como via de administração de opiáceos vem sendo utilizado desde o início de 1980. Pacientes com dor crônica, que não obtêm alívio com medicamentos por outras vias, são muito beneficiados com infusão de opiáceo associado a um anestésico local por via peridural. Entretanto, ainda existem dúvidas sobre a eficácia do método, no manuseio e, conseqüentemente, quanto ao risco de infecção e outras complicações. Sendo a equipe de enfermagem fundamental para efetivar o tratamento para o alívio da dor, esse estudo propõe demonstrar como manter a técnica segura. Foram acompanhados 27 pacientes com dor crônica entre 2002 e 2004, que utilizaram o cateter peridural por 18 dias em média, implantados em nível torácico ou lombar. Não houve complicações como abcesso peridural, meningite ou hematoma peridural. A satisfação dos pacientes quanto a analgesia foi evidente.El cateter peridural tunelizado, como via de administración de opióides, es utilizado desde el comienzo de 1980. Pacientes con dolor crónico, que no tienen alivio con medicamentos por otras vias, son muy beneficiados con la administración de opióides, asociados a un anestésico local por via peridural. Sin embargo, aún existen dudas sobre la eficacia del método, en el manejo y, como consecuencia, en el riesgo de infección y otras complicaciones. Siendo el equipo de enfermería fundamental para ejecutar el tratamiento para alivio del dolor, esto estudio se propone a presentar como mantener la técnica segura. Vinte y siete pacientes con dolor crónica, entre 2002 a 2004, que utilizarón el cateter peridural por 18 dias en media, fuerón seguidos. Los cateteres fuerón implantados al nivele toracico o lumbar. No se presentaran complicaciones como absceso peridural, meningitis o hematoma peridural. La satisfacción de los pacientes quanto analgesia fué evidente.The tunneled epidural catheter as an administration access for opiates

  16. Fisioterapia motora em pacientes adultos em terapia intensiva Motor physiotherapy in intensive care adult patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Marcos Borges

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo é realizar uma revisão da literatura abordando o tema fisioterapia motora para pacientes adultos em unidade de terapia intensiva. A busca de artigos científicos foi realizada nas bases de dados PubMed, MedLine (Literatura Internacional em Ciências e Saúde, LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências e Saúde e Cochrane entre 1995 e dezembro de 2008 utilizando as palavras-chaves: physical therapy, mobilization and intensive care unit. Para efeito de comparação foram selecionados estudos controlados, randomizados e prospectivos, abordando o tema fisioterapia motora para pacientes adultos em unidade de terapia intensiva. Estudos em pediatria, experimentais, revisões sistemáticas e metanálises foram excluídos. Dos 121 artigos encontrados, apenas 4 preencheram aos critérios de inclusão. Dentre estes, três artigos abordavam sobre a aplicação da fisioterapia motora precoce em pacientes com diagnósticos variados, mostrando que estes indivíduos saíram mais cedo da cama, deambularam em menos dias e tiveram um menor tempo de permanência na unidade de terapia intensiva e no hospital. Além disso, os pacientes que receberam fisioterapia motora precoce apresentaram um menor tempo de ventilação mecânica. Já o outro artigo compara a aplicação da eletroestimulação associada à fisioterapia em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, mostrando um aumento na força muscular e menor tempo para a transferência destes indivíduos da cama para a cadeira em relação aos que receberam apenas fisioterapia. Os riscos da imobilização em doentes críticos ventilados mecanicamente não são bem esclarecidos. Entretanto, é evidente que os sobreviventes apresentem fraqueza e fadiga persistente, prejudicando sua qualidade de vida. A mobilização precoce é uma área nova e com poucas evidências até o momento. No entanto, recentes estudos têm confirmado que a mobilização em pacientes

  17. Importância da avaliação e padronização analgésica em serviços de emergência Importancia de la evaluación y estandartización analgésica en servicios de emergencia Importance of pain evaluation and standardization of analgesic medication in emergency services

    OpenAIRE

    2010-01-01

    OBJETIVOS: Conhecer a medicação antiálgica utilizada em pacientes que sofreram acidentes de transporte, o padrão analgésico e pontuar a intensidade da dor. MÉTODOS: Estudo descritivo, exploratório e longitudinal com abordagem quantitativa, que abrangeu 100 pacientes envolvidos em acidentes de transporte admitidos para tratamento em hospital referência para trauma. RESULTADOS: A dor foi identificada em 90,0% dos pacientes, sendo as de forte e média intensidade as mais frequentes; não se encont...

  18. Abdome agudo por apendicite com apresentação atípica levando a choque em paciente obeso e hepatopata crônico = Acute abdomen due appendicitis with atypical presentation leading to shock in an obese patient and with chronic liver disease

    OpenAIRE

    2014-01-01

    Objetivos: Expor um caso de abdome agudo por apendicite cujo diagnóstico apresentou-se difícil e complicado devido ao perfil do paciente e suas comorbidades. Descrição do Caso: Paciente masculino, 52 anos, superobeso, tabagista e hepatopata crônico, com queixa de dor abdominal aguda em hipocôndrio direito, vômitos e baixa diurese. Inicialmente sem sinais de irritação peritoneal, foi manejado clinicamente, mas apresentou piora do quadro, evoluindo para choque e parada cardiorrespiratória. E...

  19. Meloxicam associado ou não ao tramadol no controle da dor após ovário-histerectomia videoassistida em cadelas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.T. Oliveira

    2016-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do meloxicam associado ou não ao tramadol, no controle da dor após ovário-histerectomia (OVH laparoscópica com dois portais. Foram selecionadas 14 cadelas hígidas. Os animais foram separados de forma aleatória, em dois grupos. O grupo M (GM recebeu meloxicam (0,2mg kg-1, s.i.d., enquanto os animais do grupo MT (GMT receberam a associação de meloxicam (0,2mg kg-1, s.i.d. e tramadol (4mg kg-1, t.i.d., ambos durante dois dias de pós-operatório. Para avaliação da dor pós-cirúrgica, foram utilizadas as escalas de Melbourne e escala visual analógica (EVA, além de mensurações de glicemia e cortisol sérico. Não houve diferença ao se avaliarem os grupos GM e GMT pela escala de Melbourne nem pela EVA. As mensurações de cortisol não atingiram valores superiores aos de referência para a espécie, enquanto os valores de glicemia não apresentaram variação significativa ao longo do tempo de avaliação nem entre grupos. Com os resultados deste estudo, foi possível concluir que a utilização de meloxicam associado ou não ao tramadol, nas doses e posologias propostas, é eficaz para controlar a dor pós-operatória de cadelas submetidas à OVH laparoscópica com dois portais.

  20. A dor enquanto paixão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo José Carvalho da Silva

    Full Text Available Propõe-se analisar as noções de dor enquanto paixão presente em alguns escritos expressivos do pensamento pré-cartesiano e da medicina anterior às especializações contemporâneas. Em suma, a dor seria uma paixão própria do humano, manifestando-se no corpo e na alma, sempre referida ou misturada ao prazer, seu contrário por definição. Propõe-se também um breve paralelo com o pensamento freudiano sobre a dor.

  1. Toxoplasmose do sistema nervoso central em paciente diabético

    OpenAIRE

    Luis Otávio Cavallazzi

    1985-01-01

    O autor descreve caso de toxoplasmose do sistema nervoso central em paciente diabético. Revisão da literatura quanto às causas predisponentes que comumente acompanham a toxoplasmose mostra que o diabetes até então não tinha sido relatado em associação com esta doença.

  2. Adaptacao do questionario de confianca no medico em pacientes com diabetes tipo 2 e seus companheiros

    National Research Council Canada - National Science Library

    da Graca Pereira, Maria; Pedras, Susana; Cunha Machado, Jose

    2013-01-01

    ... e uma boa validade descriminante em termos de idade e genero reunindo as condicoes para ser utilizado em pacientes diabeticos Portugueses e seus companheiros. Palavras-chave: Alianca para tratamento, diabetes mellitus, adesao. Abstract The present study focused on the psychometric properties of the Portuguese version of Trust in Phy...

  3. Achados na ressonância magnética em pacientes com cervicobraquialgia

    OpenAIRE

    Silva, Gilka Amélia Antunes da

    2007-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Saúde Pública Esta pesquisa consiste em uma coorte histórica onde são selecionados 60 pacientes submetidos a exames de ressonância magnética da coluna cervical, que apresentavam como indicação clínica a cervicobraquialgia. O objetivo do trabalho é identificar, nestes exames, sinais de doença degenerativa da coluna cervical, nos pacientes em investigação clínica de cerv...

  4. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    Liliana Batista Vieira; Adriano Max Moreira Reis; Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho; Leila Márcia Pereira de Faria; Silvia Helena de Bortoli Cassiani

    2012-01-01

    O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas) e do quinto dia (120 horas) de interna...

  5. Histórico de violência intrafamiliar em pacientes psiquiátricos

    OpenAIRE

    Ricardo da Costa Padovani; Lúcia Cavalcanti de Albuquerque Williams

    2008-01-01

    O objetivo da presente pesquisa foi caracterizar o histórico de violência intrafamiliar em pacientes psiquiátricos inseridos em tratamento de regime ambulatorial. Pretendeu-se, mais especificamente, identificar o tipo de violência vivenciada pelos usuários. Participaram do estudo 23 pacientes de ambos os sexos, em tratamento ambulatorial. A coleta de dados envolveu a aplicação de um roteiro de entrevista individual, com informações sobre o histórico de internação e violência intrafamiliar e c...

  6. Esôfago em quebra-nozes -- avaliação clínica de 97 pacientes Nutcracker esophagus -- clinical findings in 97 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Filipe Duarte SILVA

    2000-10-01

    Full Text Available O esôfago em quebra-nozes é uma anormalidade manométrica, incluída entre os distúrbios motores primários do esôfago, caracterizada por ondas peristálticas que atingem elevada amplitude em esôfago distal, descrita inicialmente em pacientes com dor torácica não-cardíaca. Embora trabalhos posteriores tenham registrado o esôfago em quebra-nozes em pacientes com disfagia e, mais recentemente, o associado à doença do refluxo gastroesofágico, há bastante controvérsia em relação ao seu verdadeiro significado, sendo escassos os estudos clínicos envolvendo grande número de pacientes. Noventa e sete pacientes com o diagnóstico manométrico de esôfago em quebra-nozes, definido a partir de um grupo controle assintomático, foram estudados retrospectivamente quanto às características clínicas e propedêutica esofagiana, que incluiu endoscopia digestiva alta, esofagografia convencional e pHmetria esofagiana prolongada. Houve predomínio do sexo feminino (63,9 %, com média de idade de 54,3 anos. A queixa mais freqüente que determinou a realização do exame manométrico foi dor torácica, seguida de disfagia e pirose. As manifestações clínicas como um todo foram dor torácica (53,6%, disfagia (52,6%, pirose (52,6%, regurgitação (21,6%, queixas otorrinolaringológicas (15,4%, dispepsia (15,4% e odinofagia (4,1%. A maior parte dos pacientes apresentou sintomas múltiplos, sendo queixa única observada em 28% dos mesmos. A endoscopia digestiva alta demonstrou esofagite erosiva em 8% dos pacientes e a esofagografia convencional revelou distúrbio motor esofagiano em 16,4%. A pHmetria esofagiana prolongada diagnosticou refluxo gastroesofagiano anormal em 41,2% dos exames realizados. Concluiu-se que, controvérsias à parte, são encontradas outras queixas além de dor torácica e disfagia associadas ao esôfago em quebra-nozes e que é importante definir a associação com a doença do refluxo gastroesofágico para orientar a

  7. Crises parciais motoras induzidas por movimentos em pacientes diabéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glória M. A. S. Tedrus

    1991-12-01

    Full Text Available Levando em conta o número restrito de casos em âmbito internacional e a ausência de publicações na literatura nacional, os autores apresentam três casos de crises motoras focais induzidas por movimentos em pacientes diabéticos com mais de 50 anos de idade. As crises eram numerosas, sendo também desencadeadas ao serem assumidas determinadas posturas. Em dois casos havia hiperglicemia não cetótica. Todos os pacientes apresentavam hemiparesia e, em dois, tal déficit desapareceu após o cotnrole das crises. No outro paciente a hemiparesia era decorrente de acidente vascular cerebral isquêmico instalado 6 meses antes. Síndrome parietal transitória foi observada nos três pacientes. O EEG crítico mostrou, em dois pacientes, descargas na região parieto-occipital e, em um, na região temporal média contralateral. As crises foram resistentes aos anticonvulsivantes, só havendo controle com o tratamento dos distúrbios metabólicos. São discutidos aspectos clínico-eletren-cefalográficos e etiopatogênicos. A pesquisa do caráter reflexo das crises e a dosagem da glicemia devem ser feitas em todos os pacientes idosos com crises motoras focais, face às implicações de ordem terapêutica e prognóstica.

  8. Uso da cintilografia miocárdica em repouso durante dor torácica para descartar infarto agudo do miocárdio Utilización de la centellografía miocárdica en reposo durante dolor torácico para descartar infarto agudo de miocardio Use of resting myocardial scintigraphy during chest pain to exclude diagnosis of acute myocardial infarction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Borges Barbirato

    2009-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A imagem de perfusão miocárdica adquirida durante episódio de dor torácica tem sido utilizada nos pacientes na sala de emergência. OBJETIVO: Avaliar as características operacionais da cintilografia com 99mTc-Tetrofosmin durante episódio de dor torácica para descartar o diagnóstico de infarto agudo do miocárdio. MÉTODOS: 108 pacientes admitidos com dor torácica ou até quatro horas do término dos sintomas e eletrocardiograma não diagnostico realizaram cintilografia em repouso e dosagens de troponina I. Pacientes com passado de infarto do miocárdio (IM não foram excluídos (24 pacientes. Troponina I foi dosada na admissão e seis horas após. Médicos nucleares realizaram análise cega das imagens. Infarto do miocárdio foi confirmado com elevação da troponina I maior que três vezes o controle. RESULTADOS: A imagem perfusional de repouso foi anormal em todos os seis pacientes com IM. Apenas um paciente apresentou imagem normal e elevação da troponina. Outros 55 pacientes obtiveram imagem positiva sem IM e 46 pacientes com imagens e troponinas normais. A prevalência da doença foi 6,5%. A sensibilidade da imagem de repouso durante dor torácica para a evidência de IM foi 85,7% e especificidade de 45,5%. O valor preditivo negativo foi 97,7%. CONCLUSÃO: Pacientes submetidos ao protocolo de dor torácica com cintilografia de perfusão miocárdica demonstraram um excelente valor preditivo negativo para afastar o diagnóstico de infarto do miocárdio. Estes resultados sugerem que a imagem de perfusão em repouso é uma ferramenta importante na unidade de dor torácica.FUNDAMENTO: La utilización en los pacientes de la imagen de perfusión miocárdica, adquirida durante episodio de dolor torácico, es frecuente en la sala de emergencia. OBJETIVO: Evaluar las características operacionales de la centellografía con 99mTc-Tetrofosmin, durante episodio de dolor torácico, para descartar el diagnóstico de infarto agudo de

  9. Achados oculares em pacientes com mielomeningocele: 72 casos Ocular findings in 72 patients with meningomyelocele

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Fialho Cronemberger

    2000-10-01

    Full Text Available Objetivo: Estudar as alterações oculares em pacientes com mielomeningocele. Material e Método: Realizado estudo retrospectivo em 72 pacientes com mielomeningocele, descrevendo as alterações oculares presentes nessa população, além de correlacionar com a presença ou não de hidrocefalia. Resultados: Dos 72 pacientes com mielomeningocele, com idade variando de 5 meses a 18 anos, 64 (88,9% pacientes tinham hidrocefalia. Destes 64 pacientes, 36 (56,3% tinham estrabismo, sendo que 21 (58,3% eram endotrópicos, 13 (36,1% exotrópicos, 1 (2,8% exofórico e 1 (2,8% com estrabismo discinético. Do total dos 72 pacientes estudados 38 (52,8% eram estrábicos. A anisotropia foi encontrada em 16 (22,2% pacientes, sendo que em 14 (87,5% em A e em 2 (12,5% em V. Todos os 16 pacientes com anisotropia apresentavam hidrocefalia. O erro refrativo mais freqüente foi a hipermetropia encontrada em 64 (44,4% olhos. Atrofia óptica foi encontrada em 9 (12,5% pacientes. Conclusão: A mielomeningocele, associada a hidrocefalia, apresenta uma porcentagem de estrabismo maior do que o encontrado na população normal.Purpose: To study ocular findings in patients with meningomyelocele. Methods: A retrospective study of 72 patients with myelomeningocele was performed to evaluate ocular motility disorders, refractive errors and indirect ophthalmoscopy findings. Results: In a group of 72 patients with myelomeningocele, aged 5 month -- 18 years, 64 (88.9% had hydrocephalus. Of this group of 64 patients, 36 (56.3% had strabismus, 21 (58.3% of whom were esotropic, and 13 (36.1% exotropic, 1 (2.8% exophoric and 1 (2.8% presented sometimes esotropia and sometimes exotropia. Of the total of 72 studied patients, 38 (52.8% had strabismus. Anisotropia was found in 16 (22.2% patients, 14 (87.5% with an A pattern and 2 (12.5% with a V pattern. The most frequent refractive error was hyperopia, found in 64 (44.4% eyes. All the 16 patients with anisotropia had hydrocephalus

  10. Cytomegaloviral colitis in HIV positive patients: endoscopic findings Colite por citomegalovírus em pacientes HIV positivo: aspectos endoscópicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oswaldo Marques Jr

    2007-12-01

    quarenta e três colonoscopias foram realizadas em 200 pacientes HIV+ com diarréia associada ou não à dor abdominal ou sangramento gastrointestinal, em período de 10 anos, dos quais 51 pacientes foram diagnosticados com colite por citomegalovírus. Colonoscopia total com entubação ileal foi sempre tentada e múltiplas biopsias de todos os segmentos, incluindo segmentos endoscopicamente normais, foram realizadas. Todos os resultados foram confirmados por estudos histológicos e imunoistoquímicos. RESULTADOS: A colonoscopia total foi possível em 98,03% e entubação ileal em 88,23% dos pacientes com colite por citomegalovírus. Nestes pacientes, identificou-se padrão ulcerativo heterogêneo em 72,54%, processo inflamatório da mucosa em 21,56% e mucosa de aspecto normal em 5,93% das colonoscopias. CONCLUSÃO: Podemos concluir que colonoscopia total com entubação ileal com múltiplas biopsias de todos os segmentos, mesmo quando são endoscopicamente normais, têm que ser sempre realizadas em casos de pacientes HIV+ com diarréia.

  11. Estimativa da excursão condilar em pacientes com disfunção craniomandibular: um enfoque multidisciplinar Estimate of condilar excursion in patients with craniomandibular dysfunction: a multidisciplinary approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Cristina Aquotti Ilha

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar o padrão de excursão condilar em pacientes com disfunção craniomandibular. METODOLOGIA: a estimativa da excursão condilar da ATM foi estudada em 17 pacientes, 34 ATMs do Serviço de Cirurgia Bucomaxilofacial do Hospital Jaraguá-São Paulo/SP, todos com diagnóstico de disfunção craniomandibular. Foi utilizado o exame radiográfico do tipo transcraniano para verificar a estimativa da excursão condilar, bem como o índice de Helkimo, para classificar o grau de disfunção de cada paciente. As ATMs de cada paciente foram examinadas por três diferentes profissionais com auxílio do exame radiográfico. O exame clínico observou dados como raça, gênero, a queixa principal de cada paciente, presença de dor pré-auricular, dor muscular, estalo nas articulações e limitação da abertura da boca. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a dor pré-auricular e os estalidos foram as principais queixas dos pacientes. A excursão condilar mais freqüente foi a normoexcursão, seguida da hiperexcursão, associada com o grau II de disfunção articular de Helkimo.AIM: to evaluate the condilar excursion pattern in patients presenting craniomandibular dysfunction. METHODS: the estimate of condilar excursion of TMJ were studied in 17 patients, 34 TMJs of the service of Hospital Jaraguá São Paulo/SP. All of them with diagnostic of craniomandibular dysfunction. It was used TMJ transcranial radiographs to verify the radiographics alterations and Helkimo index to classify the dysfunction degree of each patient. The TMJs of each patient were examined by three differents professionals with help of radiographics exams. The clinical examination searched to observe aspects as race, sex, age, the main complaint of each patient, presence of preauricular pain, muscular pain, articular cracks and limitation of mouth overture. RESULTS AND CONCLUSION: pre-auricular pain and articular clicks were the main complain among patients. The normo-excursion was more

  12. Estudo da dor e ansiedade relacionadas ao tratamento odontológico em um grupo de crianças do distrito federal : utilização de escalas de faces

    OpenAIRE

    Abreu, Danielle Matos de Menezes

    2010-01-01

    Esta dissertação foi baseada em achados de 3 estudos, que foram conduzidos após uma análise do comportamento de crianças diante de uma consulta odontológica. Na introdução geral foram abordados alguns importantes aspectos desta análise: " Dor/desconforto estão frequentemente associados ao tratamento odontológico, principalmente na odontopediatria; " O grau de ansiedade do indivíduo pode interferir na sua percepção de dor durante uma consulta odontológica; " Para um bom manejo da criança e suc...

  13. Fatores terapêuticos em um grupo de apoio para pacientes psiquiátricos ambulatoriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guanaes Carla

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O emprego da psicoterapia de grupo no atendimento em saúde mental, sobretudo em contextos institucionais, tem se expandido aceleradamente, não havendo uma expansão correlata de pesquisas na área, conforme aponta a literatura especializada. Objetivou-se compreender algumas possibilidades e alguns limites de um grupo de apoio de curta duração (16 sessões para pacientes psiquiátricos ambulatoriais, investigando os fatores terapêuticos que operam nesse grupo, segundo a percepção de seus participantes. MÉTODOS: Questionários do Incidente Crítico (QIC, observação e registro do grupo, consultas aos prontuários dos pacientes e notas de campo constituíram as fontes de dados. A análise das respostas dos pacientes ao QIC foi realizada por procedimentos de avaliação categorial de conteúdo, tendo como base um sistema descritivo dos fatores terapêuticos proposto na literatura. As demais fontes foram tomadas como dados de contexto dos sentidos produzidos pelos pacientes em suas respostas ao QIC. RESULTADOS: Os resultados remetem a dez categorias derivadas da percepção dos pacientes, indicativas de vivências terapêuticas e não-terapêuticas no grupo. DISCUSSÃO/CONCLUSÃO: Este estudo possibilita uma compreensão sobre o modo como os pacientes vivenciaram o processo desse grupo, tendo em vista os sentidos que produziram a partir de sua participação neste, e, em conjunção com a compreensão de seus quadros clínicos, situa algumas possibilidades e alguns limites desse tipo de tratamento em saúde mental, considerando o contexto em que ocorre e a clientela que usualmente o integra.

  14. Avaliação da dor em neonatologia Evaluación del dolor en neonatología Pain evaluation in neonatology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yerkes Pereira e Silva

    2007-10-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O estudo da dor avançou muito nas últimas décadas tornando a avaliação e a intervenção uma preocupação crescente entre os profissionais de saúde. O objetivo da avaliação da dor deve ser o de proporcionar dados acurados, para determinar quais ações devem ser feitas para aliviá-la ou aboli-la e, ao mesmo tempo, avaliar a eficácia dessas ações. A finalidade desta revisão foi discutir os métodos utilizados na avaliação da dor em neonatologia, uma vez que estratégias de tratamento utilizadas sem uma avaliação sistemática da dor não são eficazes ou adequadas. CONTEÚDO: Não existe nenhuma técnica amplamente aceita, de fácil realização e uniforme para a avaliação da dor em crianças, sobretudo em recém-nascidos e lactentes, que possa ser utilizada em todas as situações. Antes de se confiar na exatidão dos dados de avaliação, é necessário que os profissionais de saúde sintam-se seguros com os instrumentos usados na coleta de dados. Vários indicadores podem ser usados na avaliação, quantificação e qualificação do estímulo doloroso, e, quando analisados em conjunto, permitem a discriminação entre a dor e estímulos não-dolorosos. Ainda que seja desejável padronização objetiva para a medição da intensidade da dor, tal medida ainda não existe. A medição nessa faixa etária é feita por meio de parâmetros fisiológicos (freqüência cardíaca, freqüência respiratória, pressão arterial, etc. e comportamentais (expressão facial, postura e vocalização ou verbalização, utilizando-se escalas de avaliação, cada uma com suas vantagens e limitações. CONCLUSÕES: A atual atenção para melhores métodos de medida e avaliação da dor contribuiu para aumentar a sensibilidade dos profissionais de saúde em relação à natureza das experiências dolorosas. A dor deve ser valorizada como o quinto sinal vital e avaliada de maneira sistematizada também nos rec

  15. Sobrevida de pacientes em hemodiálise em um hospital universitário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Ismaela Rolim Teixeira

    2015-03-01

    Full Text Available Introdução: A doença renal crônica (DRC apresenta altas taxas de morbidade e mortalidade, especialmente na população em diálise. Objetivo: Determinar a taxa de sobrevida; caracterizar o perfil epidemiológico e clínico; identificar as comorbidades e as variáveis associadas à sobrevida dos pacientes submetidos à hemodiálise. Métodos: Trata-se de um estudo de natureza descritiva e longitudinal constituído por 162 pacientes submetidos à hemodiálise, em um hospital universitário. As variáveis categóricas foram descritas por meio de frequências e porcentagem e as numéricas por meio de média ± desvio padrão. A análise por meio da regressão de Cox foi utilizada para estudar a influência de diversas variáveis clínicas e demográficas. Foram construídas as curvas de sobrevida das variáveis significantes com o método de Kaplan Meyer. Resultados: A idade média foi de 48,09 anos, a renda familiar mensal e o nível de instrução mostraram-se reduzidos na maior parte dos estudados. A hipertensão arterial mostrou-se a principal comorbidade associada à insuficiência renal crônica terminal, seguida pelo diabetes mellitus. Os fatores que comprometeram significativamente a sobrevida dos pacientes foram a idade avançada no início da terapia, a hemoglobina e a albumina. A taxa de sobrevida global foi de 84,71% e 63,32% em um e cinco anos, respectivamente. Conclusão: A taxa de sobrevida foi considerada baixa e mostrou-se decrescente ao longo dos anos, não representando melhorias apesar dos avanços tecnológicos, diagnósticos e terapêuticos. A idade avançada, a hipoalbuminemia e a anemia são fortes preditores de mortalidade.

  16. Prevalência de disfunção craniomandibular em pacientes portadores de próteses totais duplas e pacientes dentados naturais

    OpenAIRE

    2010-01-01

    O presente estudo avaliou a prevalência de sintomas de disfunção craniomandibular (D.C.M.) em sessenta pacientes desdentados totais portadores de próteses totais duplas (Grupo 1) comparados com sessenta pacientes dentados naturais (Grupo 2 ). Todos os pacientes entrevistados pertenciam à faixa etária de 50 a 70 anos, procedimento que visou minimizar a influência da idade nos resultados da investigação. Os dados foram levantados por ...

  17. Variações no posicionamento dos eixos visuais em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciela Scalco Brum

    2011-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Determinar as variações no ângulo de posicionamento ocular pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para correção de estrabismo e identificar possíveis fatores de risco associados a tal ocorrência. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 819 pacientes portadores de estrabismo submetidos à cirurgia para correção do desvio ocular entre janeiro de 1995 e dezembro de 2005 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os pacientes foram divididos em quatro grupos quanto ao tipo de desvio pré-operatório (esotropia alternante, esotropia monocular, exotropia alternante e exotropia monocular e as variações no posicionamento ocular foram quantificadas em cada grupo. RESULTADOS: A prevalência de variações no posicionamento ocular (pós-operatório maiores que 10∆ entre o total de pacientes estudado foi de 33,5% (274 pacientes. Entre estes, foi verificada maior frequência de desvios no sentido exotrópico (178 pacientes ou 65,0% do que no sentido esotrópico (96 pacientes ou 35,0%, diferença esta que foi estatisticamente significativa (teste do qui-quadrado; p<0,001. CONCLUSÕES: Instabilidade no posicionamento ocular pode ocorrer ao longo do tempo em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo. Tal ocorrência reforça a necessidade do desenvolvimento de alternativas terapêuticas a fim de proporcionar maior estabilidade ao sistema oculomotor no pós-operatório de cirurgias de estrabismo.

  18. Eficácia da aplicação da pomada EMLA® no alivio da dor desencadeada pela injeção de toxina botulínica tipo A no tratamento do blefaroespasmo essencial benigno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadia Ajub Moysés

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Demonstrar a eficácia da aplicação da pomada EMLA® (EMLA no alívio da dor desencadeada pela injeção de toxina botulínica tipo A (BTX no tratamento do blefaroespasmo essencial benigno (BEB. MÉTODOS: Estudo prospectivo, com a participação de 13 pacientes submetidos à aplicação de toxina botulínica na região periocular bilateral no tratamento de BEB. Aplicou-se a pomada EMLA na região periocular direita e placebo na esquerda antes das aplicações. Após a aplicação solicitou-se ao paciente uma nota de 0 a 10 referente à intensidade da dor. RESULTADOS: No lado em que foi aplicada a pomada EMLA, a média da intensidade da dor referida pelo paciente foi de 5,77±3,00 enquanto que no lado em que foi aplicado placebo, foi de 5,62±2,63 (p=0,92. CONCLUSÃO: Não se obteve uma redução estatisticamente significante da dor referida durante a aplicação de BTX em pacientes portadores de BEB após a aplicação da pomada EMLA.

  19. Espasmo hemifacial resultados da descompressão microvascular em 53 pacientes

    OpenAIRE

    Paulo Niemeyer Filho; Marcelo Bezerra; Gabriel Mufarrej

    1990-01-01

    Num período de 10 anos, 53 pacientes com espasmo hemifacial foram submetidos a 54 procedimentos de descompressão microvascular da raiz do facial, na fossa posterior. A técnica empregada foi a mesma desenvolvida por Jannetta e o resultado cirúrgico inicial foi considerado excelente em 91% dos casos. O follow-up variou de 60 dias a 7 anos, cora 40 pacientes acompanhados por mais de 2 anos e 16, por mais de 5 anos. Apenas um paciente apresentou reciciva dos espasmos. Não houve óbito e as complic...

  20. Memoria prospectiva em pacientes com doença de alzheimer leve

    OpenAIRE

    2008-01-01

    A memória prospectiva (MP) vem sendo investigada como uma das formas de memória mais precocemente alteradas nos quadros de doença de Alzheimer (DA). O objetivo deste estudo foi estudar a MP em pacientes com DA e verificar se esta está particularmente alterada nos estágios iniciais da doença. Foram estudados 20 pacientes com DA leve com MEEM (Mini-Exame do Estado Mental) entre 16 e 24 e CDR = 1 e 20 sujeitos controles sem doenças neurológicas ou psiquiátricas, pareados com o grupo de pacientes...

  1. Efetividade dos exercícios em cadeia cinética aberta e cadeia cinética fechada no tratamento da síndrome da dor femoropatelar

    OpenAIRE

    Guilherme Lotierso Fehr; Alberto Cliquet Junior; Ênio Walker Azevedo Cacho; João Batista de Miranda

    2006-01-01

    O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos terapêuticos dos exercícios em cadeia cinética aberta (CCA) e cadeia cinética fechada (CCF) no tratamento da síndrome da dor femoropatelar (SDFP). Para tanto, 24 voluntários portadores de SDFP foram aleatoriamente divididos em dois grupos: grupo I (n = 12): realizou exercícios em CCA; grupo II (n = 12): realizou exercícios em CCF. Os grupos foram submetidos a oito semanas consecutivas de tratamento, que consistiu de três sessões semanais realiza...

  2. Timectomia na miastenia grave: avaliação dos resultados em 73 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Lamartine de Assis

    1978-03-01

    Full Text Available Foi feita avaliação dos resultados da timectomia transtorácica em 73 pacientes com miastenia grave generalizada, sendo 64 não timomatosos e 9 com timomas. Os resultados foram analisados à curto, médio e, em muitos casos, a longo prazo. Foi feito, também um estudo comparativo dos resultados em relação à idade, sexo, tempo de doença e à presença ou não do timoma. A experiência adquirida neste grupo de pacientes sugere que a timectomia transtorácica é método terapêutico útil na miastenia grave generalizada não timomatosa; seu efeito benéfico aparece no pós-operatório mediato e se mantém a longo prazo na maioria dos pacientes. Os resultados da timectomia em pacientes com timoma foram menos favoráveis. A análise estatística não mostrou diferenças significantes na evolução pós-operatória entre os pacientes não timomatos selecionados e não selecionados.

  3. Attitudes and beliefs of Brazilian physical therapists about chronic low back pain: a cross-sectional study Atitudes e crenças de fisioterapeutas brasileiros em relação à dor lombar crônica: um estudo transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício O. Magalhães

    2012-06-01

    lombar crônica em sua rotina clínica. As atitudes e crenças foram avaliadas pela Pain Attitudes and Beliefs Scale for Physiotherapists (PABS.PT e Health Care Providers' Pain and Impairment Relationship Scale (HC-PAIRS. Foram construídos modelos de regressão linear multivariada para verificar as possíveis características sociodemográficas que poderiam estar associadas com as atitudes e crenças dos fisioterapeutas. RESULTADOS: Os escores médios dos fatores biomédico e comportamental da PABS.PT foram 27,06 (DP 7,19 e 24,34 (DP 6,31, respectivamente, e o escore médio da HC-PAIRS foi 45,45 (DP 10,45. O escore do PABS.PT Fator biomédico foi associado com gênero e anos de experiência profissional. Já o escore do PABS.PT Fator comportamental não foi associado com nenhuma variável. O escore do HC-PAIRS foi significativamente associado com o número de pacientes com dor lombar atendido por mês. Esses resultados indicam que fisioterapeutas experientes tendem a seguir uma abordagem biomédica no tratamento de pacientes com dor lombar crônica. Além disso, quanto menor a experiência profissional, mais forte é a crença na relação entre dor e incapacidade. CONCLUSÕES: Os fisioterapeutas brasileiros mostram-se incertos acerca dos fatores que envolvem o desenvolvimento e a manutenção da dor lombar crônica e também sobre a relação entre dor e incapacidade nesses pacientes. Isso põe em questão as atitudes e práticas em relação ao manejo dos pacientes com dor lombar crônica no Brasil.

  4. Manifestações musculoesqueléticas em pacientes submetidos à hemodiálise Musculoskeletal manifestations in patients under hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walber Pinto Vieira

    2005-12-01

    Full Text Available As anormalidades musculoesqueléticas em pacientes submetidos à hemodiálise são numerosas e freqüentes, sendo mais prevalentes naqueles em tratamento dialítico de longa duração. A artralgia é o sintoma mais comum, ocorrendo em mais de 70% dos pacientes. O hiperparatireoidismo secundário é a principal causa da doença renal óssea, e as manifestações clínicas são: dor óssea, artralgia e prurido. A amiloidose, decorrente da deposição de proteína beta2-microglobulina nos tecidos, manifesta-se pela presença de ombro doloroso, síndrome do túnel do carpo, dedo em gatilho, ruptura espontânea de tendão e fratura patológica. Outras manifestações musculoesqueléticas observadas são a artrite induzida por cristais, necrose avascular, artrite séptica, fraqueza muscular e cãibras musculares.Musculoskeletal manifestations in hemodialysis patients are numerous and frequent, being more prevalent in those undergoing long duration dialytic treatment. Arthralgia is the most commom symptom, occurring in more than 70% of patients. Secondary hyperparathyroidism is the main cause of bone renal disease, and clinical manifestations are bone pain, arthralgia and pruritus. Amyloidosis, due to beta2-microglobulin deposition in tissues, manifests as shoulder pain, carpal tunnel syndrome, trigger finger, spontaneous tendon rupture and pathological fractures. Other musculoskeletal manifestations observed are crystal-induced arthritis, avascular necrosis, septic arthritis, muscle weakness and muscle cramps.

  5. Eficácia da N-butilescopolamina e dipirona sódica associadas ao cetoprofeno no alívio da dor pós-operatória de pacientes submetidas a duas técnicas diferentes de laqueadura por laparoscopia Eficacia de la N-butilescopolamina y dipirona sódica asociadas al cetoprofeno en el alivio del dolor pos-operatorio de pacientes sometidas a dos técnicas diferentes de laqueadura por laparoscopia Efficacy of N-butylscopolamine and sodium dipirone associated to ketoprofen for postoperative pain relief of patients submitted to two different laparoscopic sterilization techniques

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Marisa Ganem

    2005-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A laqueadura laparoscópica (LL é um dos procedimentos mais dolorosos e a intensidade da dor varia com a técnica selecionada, sendo mais intensa com a técnica de oclusão das tubas uterinas com anel. As pacientes submetidas à LL referem dor em cólica no período PO e a N-butilescopolamina e a dipirona sódica, por suas propriedades anti-espasmódicas e analgésicas, associadas às propriedades antiinflamatórias do cetoprofeno, podem ser opção para profilaxia e tratamento de dor. O objetivo deste foi estudar a eficácia da N-butilescopolamina e da dipirona sódica associadas ao cetoprofeno, na prevenção de dor PO em pacientes submetidas à LL, com duas técnicas diferentes - diatermia e pinçamento com anel. MÉTODO: Participaram do estudo 50 pacientes, estado físico ASA I e II, com idade entre 23 e 47 anos. As pacientes foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos: G1 - oclusão das tubas uterinas com anéis, G2 - oclusão das tubas uterinas com diatermia. Todas as pacientes receberam N-butilescopolamina (20 mg e dipirona sódica (2500 mg e cetoprofeno (100 mg, por via venosa, imediatamente antes da indução da anestesia. A dor foi avaliada pelo critério de escala numérica verbal, variando de 0 a 10, sendo 0 ausência de dor e 10 o máximo de dor, a cada 10 minutos na primeira hora, na sala de recuperação pós-anestésica (SRPA e na 1ª, 2ª, 3ª e 4ª horas após a alta da SRPA. Dor com intensidade maior que 3 era tratada com tramadol (100 mg, por via venosa. A avaliação da dor foi realizada sem que se soubesse a que grupo pertencia a paciente. Para análise estatística, testes t de Student, Mann-Whitney e Friedman. RESULTADOS: Ambos os grupos foram idênticos com relação à idade, ao peso, à altura, à duração da cirurgia e anestesia. As pacientes do G1 apresentaram maior escore de dor que as do G2, em todos os momentos do estudo. Valores estatisticamente significativos: 80% das pacientes

  6. Síndrome dolorosa pós-laminectomia: estudo descritivo da abordagem terapêutica em 56 pacientes Failed back surgery pain syndrome: therapeutic approach descriptive study in 56 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Jacobsen Teixeira

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Os autores apresentam os resultados da avaliação clínica e acompanhamento de 56 pacientes com diagnóstico de síndrome dolorosa pós-laminectomia lombar. MÉTODOS: Estudo descritivo, prospectivo realizado no período de um ano. Neste estudo foram avaliados 56 pacientes caracterizados com síndrome dolorosa pós-laminectomia lombar em nossa instituição. As idades variaram de 28 a 76 anos (média de 48,8 ± 13,9 anos. Avaliação da dor com Escala Visual e Analógica (EVA. RESULTADOS: A dor pós-operatória foi mais intensa (8,3, média de EVA que a pré-operatória (7,2. Síndrome dolorosa miofascial (SDM foi diagnosticada em 85,7% dos pacientes, anormalidades neuropáticas associadas ou não à SDM em 73,3%. O tratamento farmacológico associado à medicina física proporcionou melhora de mais de 50% da dor em 57,2% dos casos, a infiltração dos pontos-gatilho miofasciais em 60,1% e a infusão de morfina com lidocaína no compartimento epidural lombar em 69,3% dos casos refratários. CONCLUSÃO: Nos pacientes com síndrome pós-laminectomia, a dor pós-operatória foi mais intensa que a dor pré-operatória da hérnia de disco. Um componente miofascial foi verificado na maioria dos doentes.OBJECTIVE: The authors show the clinical evaluation and follow-up results in 56 patients diagnosed with a failed back surgery pain syndrome. METHODS: Descriptive and prospective study conducted over a one-year period. In this study, 56 patients with a failed back surgery pain syndrome were assessed in our facility. The age ranged from 28 to 76 years (mean, 48.8 ± 13.9 years. The pain was assessed through a Visual Analog Scale (VAS. RESULTS: Postoperative pain was more severe (mean VAS score 8.3 than preoperative pain (7.2. Myofascial pain syndromes (MPS were diagnosed in 85.7% of patients; neuropathic abnormalities associated or not with MPS were found in 73.3%. Drug therapy associated with physical medicine treatment provided > 50% pain

  7. Estudo comparativo de indicadores nutricionais em pacientes com neoplasias do trato digestório

    OpenAIRE

    Leandro-Merhi, Vânia Aparecida; Tristão, Ana Paula; Moretto,Maria Clara; Fugulin, Natália Maria; Portero-McLellan,Kátia Cristina; AQUINO,José Luiz Braga de

    2008-01-01

    RACIONAL: O câncer tem sido considerado atualmente como um dos principais problemas de saúde pública em todo o mundo e os tumores mais frequentes são os dos tratos gastrintestinal e o respiratório. OBJETIVO: Comparar indicadores do estado nutricional em pacientes portadores de neoplasias do trato digestório. MÉTODO: Estudo comparativo de indicadores nutricionais (antropométricos, laboratoriais e dietéticos), entre 28 pacientes portadores de neoplasias do trato digestório (esofágicas, gástrica...

  8. Indicadores de neuropatia autonômica cardiovascular em pacientes com diabetes tipo 1

    OpenAIRE

    Lucianne Righeti Monteiro Tannus

    2014-01-01

    A Neuropatia autonômica cardiovascular (NAC), apesar de ter sido apontada como fator de risco independente para doença cardiovascular (DCV) em pacientes com diabetes tipo 1 (DM1), permanece subdiagnosticada. Os objetivos do trababalho foram determinar a prevalência de NAC e seus indicadores clínicos e laboratoriais em pacientes com DM1 e a associação com outras complicações crônicas do diabetes, além de avaliar a concordância entre os critérios diagnósticos da NAC determinados pelos parâmetro...

  9. Análise clínica e terapêutica dos pacientes oncológicos atendidos no programa de dor e cuidados paliativos do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho no ano de 2003 Análisis clínico y terapéutico de los pacientes oncológicos atendidos en el programa de dolor y cuidados paliativos del Hospital Universitario Clementino Fraga Filho en el año 2003 Clinical and therapeutic analysis of oncology patients treated at the pain and palliative care program of the Hospital Universitário Clementino Fraga Filho in 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselane Lacerda Figueredo Salamonde

    2006-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os cuidados paliativos têm como meta principal o controle da dor e de outros sintomas nos pacientes com doenças crônicas, sem possibilidade de cura, sobretudo no câncer avançado. A dor intensa acomete 75% dos pacientes com câncer avançado, interferindo na qualidade de vida e segundo a OMS é considerada uma emergência médica mundial. Este estudo avaliou o perfil dos pacientes oncológicos do Programa de Tratamento da Dor Crônica e Cuidados Paliativos do HUCFF/FM/UFRJ, ressaltando a atuação do anestesiologista, as medicações utilizadas, a humanização do tratamento e a melhor qualidade de vida do paciente. MÉTODO: Retrospectivamente, foram analisados os prontuários dos pacientes oncológicos no ano de 2003. Destacaram-se os parâmetros: idade, raça, sexo, doenças preexistentes, órgão de origem do câncer, tipo de dor e outros sintomas, medicações utilizadas, rotinas hospitalares e o término do tratamento. RESULTADOS: Os tipos de dor encontrados foram nociceptiva, neuropática e incidental, avaliadas utilizando-se a escala unidimensional de faces. Verificou-se a analgesia controlada pelo paciente (PCA com metadona, via oral, em ambiente domiciliar na 1ª semana. Após esse período, o paciente retornava ao ambulatório para o cálculo da dose regular da metadona. Outros opióides utilizados foram codeína, tramadol, morfina e oxicodona. Além da dor, os pacientes apresentaram: constipação, náuseas, vômitos, delirium, alteração do sono e dispnéia. Os neurolépticos, corticóides e laxantes foram usados como fármacos adjuvantes. CONCLUSÕES: A analgesia controlada pelo paciente utilizando a metadona mostrou-se segura e eficaz pela não-ocorrência de efeitos colaterais significativos. O conhecimento clínico e farmacológico do anestesiologista na equipe multiprofissional proporcionou melhor atendimento para o alívio dos sintomas dos pacientes e humanização no período final de vida

  10. Qualidade de vida de pacientes com câncer de mama em terapia adjuvante Calidad de vida de pacientes con cáncer de mama en terapia adyuvante Quality of life of breast cancer patients in adjuvant therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina Nicolussi

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi avaliar a Qualidade de Vida (QV, identificar os domínios afetados em pacientes com câncer de mama em terapia adjuvante e correlacioná-los com características sócio-demográficas, clínicas e terapêuticas. Estudo transversal, realizado com 35 pacientes entre agosto de 2007 e dezembro de 2008. Utilizou-se o instrumento Quality of Life Core-30-Questionnaire (QLQ-C30. A Qualidade de Vida geral foi considerada pouco satisfatória. Os domínios afetados foram: função emocional, insônia, dor e fadiga. Nas correlações, as pacientes acima de 60 anos apresentaram pior escore na função emocional, as submetidas à cirurgia referiram mais constipação, as que realizavam radioterapia obtiveram pior escore para QV geral e as que estavam em quimioterapia há mais de seis ciclos apresentaram a função emocional afetada e dispnéia. Concluiu-se que os tratamentos adjuvantes afetaram de algum modo as pacientes, causando déficit na função emocional e relataram mais sintomas, prejudicando assim sua QV.El objetivo fue evaluar la calidad de vida (CV, identificar los dominios afectados en pacientes con cáncer de mama en terapia adyuvante y correlacionarlos con las características socio-demográficas, clínicas y terapéuticas. Estudio transversal, con 35 pacientes, realizado entre agosto de 2007 y diciembre de 2008. Fue utilizado el instrumento Quality of Life Core-30-Questionnaire (QLQ-C30. La calidad de vida fue considerada poco satisfactoria. Los dominios más afectados fueron: función emocional, insomnio, dolor, fatiga. En las correlaciones, las pacientes con más de 60 años presentaron peores promedios en la función emocional, las pacientes que fueron sometidas a la cirugía refirieron más estreñimiento, las que recibían radioterapia presentaron peores promedios en CV general y las que habían recibido más de seis ciclos de quimioterapia presentaron la función emocional afectada y la disnea. Se concluyó que los

  11. Acometimento cardíaco em pacientes com doença de Chagas aguda em microepidemia familiar, em Abaetetuba, na Amazônia Brasileira

    OpenAIRE

    Pinto, Ana Yecê das Neves; Harada,Geraldo Saburo; Valente,Vera da Costa; Abud,José Elson Araújo; Gomes,Francisco dos Santos; Souza,Gilberto César Rodrigues de; Valente,Sebastião Aldo da Silva

    2001-01-01

    Os autores mostram os principais achados clínicos relativos ao acometimento cardíaco, em pacientes portadores de doença de Chagas aguda em mais um episódio de microepidemia familiar na Amazônia brasileira. Foram estudados 13 pacientes com doença de Chagas aguda, procedentes do município de Abaetetuba-PA e submetidos à avaliação clínica e cardiológica, eletrocardiograma e ecocardiograma. As extra-sístoles supraventriculares e/ou ventriculares ocorreram em 38,5% dos casos. Bloqueios de ramo dir...

  12. TÉTANO GRAVE ASSOCIADO A CHOQUE SÉPTICO EM UMA PACIENTE IDOSA INTERNADA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    OpenAIRE

    Gonçalves Menegueti,Mayra; Alkmim-Teixeira, Gil Cezar; Machado Viana,Jaciara; Basile-Filho, Aníbal; Martins-Filho, Olindo Assis; Martins, Maria Auxiliadora

    2012-01-01

    Nós relatamos um caso de tétano grave associado a choque séptico em uma paciente de 61 anos admitida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após perfurar o pé direito. A paciente apresentou perda de força muscular, paresia em membro inferior direito e disfagia. A paciente evoluiu com espasmos musculares generalizados, dispnéia e insuficiência respiratória. O espasmo intenso levou ao uso prolongado de ventilação mecânica invasiva, sedação e bloqueador neuromuscular. A evolução favorável deste c...

  13. Pancreatite crônica: resultados do tratamento cirúrgico em 74 pacientes Results of the surgical management of 74 patients with Chronic pancreatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Louro Costa

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as indicações, técnicas e resultados do tratamento cirúrgico de 74 pacientes operados por complicações da pancreatite crônica. MÉTODO: Foram pacientes consecutivos, estudados prospectivamente pelo preenchimento de um protocolo individual, no período de 1971 a 2000. Foram realizadas cirurgias de derivação e ressecção. O acompanhamento foi feito pelo agendamento de consultas no ambulatório, por convocação por cartas e telefonemas. RESULTADOS: Dos 270 pacientes com pancreatite crônica, acompanhados pelo Serviço, 74 (27,4% foram operados. Destes 74 pacientes, 97,7% eram do sexo masculino e a idade variou de 15 a 63 anos, com média de 39,4 anos para alcoolistas e 33,1 para aqueles com outras etiologias. O alcoolismo foi a causa da doença em 68 pacientes (90,5% e os outros casos estiveram relacionados a hiperparatiroidismo(1, pancreatite hereditária (1, fibrose retroperitoneal (1 e em três casos a etiologia não foi definida. As seguintes causas únicas ou associadas definiram a indicação cirúrgica:1. dor em 44,6% dos pacientes; 2. compressão de vias biliares em 28,4%; 3. pseudocistos em 12,2%; 4. fístulas internas em 10,8%. Cinqüenta pacientes (67,5% foram submetidos a operações de derivação e 24 (32,5% a cirurgias de ressecção. Oito pacientes derivados (16,0% complicaram, ocorrendo três óbitos; dez ressecados (41,6% complicaram, com cinco óbitos. Os óbitos estiveram relacionados a abscessos, às deiscências e às hemorragias cirúrgicas. CONCLUSÕES: As cirurgias de derivação mostraram-se mais seguras e as complicações que evoluíram com infecção foram as mais graves e ocorreram com mais freqüência nas ressecções.BACKGROUND: To evaluate the indications, methods and results of the surgical treatment of 74 patients operated on for chronic pancreatitis complications. METHOD: Consecutive patients' charts were studied prospectively, during the years of 1971 to 2000. Surgery was indicated

  14. Endometriose em cicatriz cirúrgica: uma série de 42 pacientes Surgical scar endometriosis: a series of 42 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabia Lima Vilarino

    2011-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a frequência e o quadro clínico de pacientes com endometriose incisional. MÉTODOS: estudo retrospectivo descritivo a partir da revisão de prontuários de pacientes submetidas à ressecção de nódulos em cicatriz cirúrgica na Faculdade de Medicina do ABC, no período de novembro de 1990 a setembro de 2003. A idade, a paridade, o número de cesáreas, os sintomas, a localização do tumor, o diagnóstico inicial, o tratamento e a recorrência foram relatados e analisados. Os resultados foram representados por porcentagem, média e desvio padrão. RESULTADOS: foram encontrados 42 pacientes com diagnóstico de endometriose em cicatriz. Dos 42 casos, 37 eram de endometriose em cicatriz de cesárea; 3 casos em episiotomia e 2 casos em ápice vesical aderido à histerorrafia. A média de idade das pacientes foi de 32,4 anos com desvio padrão de ±6,2 anos. Todas tinham como antecedente cirúrgico exclusivo o parto, e a queixa principal foi nodulação com dor perimenstrual em 40% dos casos. Em 57% das pacientes, a avaliação clínica foi complementada pelo exame de ultrassonografia pélvica ou transvaginal. As pacientes foram tratadas com ressecção completa do nódulo e a recidiva ocorreu em apenas dois casos. CONCLUSÃO: a endometriose em cicatriz cirúrgica é incomum; entretanto, tem diagnóstico inicial fácil se o quadro clínico for conhecido. O tratamento eficaz é cirúrgico.PURPOSE: to evaluate the frequency and clinical picture of patients with incisional endometriosis. METHODS: retrospective descriptive study performed from the medical records of patients that underwent nodules resection in the surgical scar at Faculdade de Medicina do ABC, from November 1990 to September 2003. The age, parity, number of cesarean sections, symptoms, tumor location, initial diagnosis, treatment, and recurrences were surveyed and analyzed. The results were reported as percentage, mean, and standard deviation. RESULTS: we found 42

  15. Prevalência de portadores de DTM em pacientes avaliados no setor de otorrinolaringologia Prevalence of patients harboring temporomandibular disorders in an otorhinolaryngology departament

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Magalhães Silveira

    2007-08-01

    Full Text Available A interação entre disfunção temporomandibular e otalgia é, mesmo nos dias atuais, motivo para especulações e hipóteses. Vários pesquisadores sugerem causas, conseqüências e supostos tratamentos. OBJETIVO: Verificar a prevalência de pacientes portadores de DTM em um serviço de otorrinolaringologia. TIPO DE ESTUDO: Este é um estudo epidemiológico do tipo descritivo com amostra transversal. MATERIAL E MÉTODO: Foram avaliados 221 pacientes do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital da Cidade, em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, durante um período de dois meses. Para captação e interpretação dos dados, bem como verificação da disfunção temporomandibular, foi utilizado um questionário auto-aplicado previamente validado. RESULTADO: Após coleta e interpretação dos dados de 221 pacientes, os resultados obtidos foram: 48 pacientes (21.72% considerados como necessitando de tratamento para DTM (índice de DTM moderada e severa, dos quais 35 pertenciam ao gênero feminino (72.9% e 13 ao masculino (21.1%. Apenas 15 indivíduos do total (7.24% estavam totalmente livres de sintomas de DTM. Quanto aos demais, apresentaram: dor de cabeça (33,5%, dor no pescoço e ombro (28,5%, dor na região do ouvido (29% e ruídos articulares (25%. CONCLUSÃO: A prevalência de DTM foi de 21.72% sendo significantemente maior no gênero feminino (p: 0.0001; e as prevalências, em relação aos índices, foram: DTM ausente 37.56%; DTM leve 40.72%; DTM moderada 19%, e DTM severa 2.72%.The interaction between Temporomandibular disorders (TMD and otalgia is, even nowadays, a reason for speculation and hypotheses raising. Several researchers suggest causes, consequences and alleged treatments. STUDY DESIGN: This is an epidemiological, sectional cohort study of prevalence. AIM: The study demonstrates the prevalence of patients harboring TMDs in an otorhinolaryngology department. MATERIAL AND METHODOS: During a two-month period, 221 patients from the

  16. Programa de treinamento sobre a intervenção terapêutica "relaxamento, imagens mentais e espiritualidade" (RIME para re-significar a dor espiritual de pacientes terminais Training program about the therapeutical intervention "relaxation, mental images and spirituality" (RIME to resignify the spiritual pain of terminal patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Catarina Araújo Elias

    2007-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Neste artigo, apresentamos um programa de treinamento sobre a intervenção terapêutica relaxamento, imagens mentais e espiritualidade (RIME para profissionais de saúde, que objetiva re-significar a dor espiritual de pacientes terminais. OBJETIVO: Analisar um programa de treinamento por meio da compreensão da experiência de profissionais na utilização da Intervenção RIME e da compreensão da experiência dos doentes na re-significação da dor espiritual, manifestada durante a aplicação do RIME por profissionais treinados. MÉTODOS: Os sujeitos foram uma enfermeira, uma médica, três psicólogos e uma terapeuta alternativa voluntária, todos experientes ou estudiosos em cuidados paliativos, selecionados por convite e que atenderam 11 pacientes terminais internados em hospitais públicos das cidades de Campinas, Piracicaba e São Paulo (SP. A metodologia utilizada teve como base a pesquisa-ação e a fenomenologia. Os resultados qualitativos foram analisados pelo método análise do conteúdo por meio da técnica análise temática e os quantitativos foram analisados pelo método descritivo, utilizando-se o teste de Wilcoxon. RESULTADOS: Na análise da vivência dos profissionais, encontramos cinco categorias e 15 subcategorias. Na análise da natureza da dor espiritual, encontramos como categorias mais prevalentes os medos da morte expresso pela negação e pela percepção do quadro clínico. Na aplicação do RIME, observamos diferença estatisticamente significativa (p BACKGROUND: This article presents a training program for a therapeutic intervention involving relaxation, mental images and spirituality (RIME, which can be administered to help terminal patients to resignify their spiritual pain. OBJECTIVE: Analysis of a training program based on the understanding of the experience of professionals in the use of RIME intervention and of patients in their resignification of spiritual pain, as revealed during the

  17. Desafios do enfermeiro diante da dor e do sofrimento da família de pacientes fora de possibilidades terapêuticas Desafíos del enfermero ante el dolor y el sufrimiento de la familia de pacientes fuera de posibilidades terapéuticas Nurses' challenges in view of the pain and suffering of families of terminal patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Prado Fernandes

    2013-02-01

    Full Text Available O presente trabalho trata-se de um estudo de abordagem qualitativa com o objetivo de identificar os desafios dos enfermeiros para assistir às famílias de pacientes fora de possibilidades terapêuticas diante da dor e do sofrimento. A coleta de dados ocorreu no ano de 2008, mediante entrevista semiestruturada, com dezoito enfermeiros que trabalhavam em Unidades de Terapia Intensiva de um hospital privado localizado no município de São Paulo, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Utilizou-se a análise de conteúdo para a avaliação dos dados. Obtiveram-se três categorias: enfrentando os desafios para assistir a família, posicionamento esperado e orientar-se a partir da experiência. Evidenciou-se que, para assistir às famílias, há necessidade dos enfermeiros refletirem a respeito dos valores pessoais e éticos, bem como sobre o processo do morrer. Espera-se que haja troca de experiências entre os enfermeiros já experientes com os que iniciam tal prática no âmbito do cuidar.Estudio cualitativo que objetivó identificar los desafíos de los enfermeros para atender a las familias de pacientes sin posibilidades terapéuticas, ante su dolor y sufrimiento. Datos recolectados en 2008, mediante entrevista semiestructurada, realizada a dieciocho enfermeros que trabajaban en Unidades de Terapia Intensiva de un hospital privado del municipio de São Paulo, luego de conseguirse la aprobación del Comité de Ética en Investigaciones. Se utilizó análisis de contenido para evaluar los datos. Los mismos determinaron tres categorías: Enfrentando los desafíos para atender a la familia, Postura esperada y Orientarse a partir de la experiencia. Se demostró que, para atender a las familias, existe necesidad de reflexión por parte de los enfermeros respecto de los valores personales y éticos, así como sobre el proceso del morir. Se espera que haya intercambio de experiencias entre los enfermeros con trayectoria y aquellos que

  18. Prevalência e fatores associados à dor lombar em escolares Prevalence of lower back pain and associated factors in students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto De Vitta

    2011-08-01

    Full Text Available O objetivo foi verificar a prevalência de dor lombar em adolescentes e sua relação com a prática de esportes e atividades sedentárias. Realizou-se um estudo transversal com 1.236 escolares das 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental de Bauru, São Paulo, Brasil. Foram utilizados um protocolo estruturado e o questionário nórdico de sintomas musculoesqueléticos. A análise foi realizada mediante uma abordagem descritiva, bivariada e multivariada por regressão logística binária. Notou-se que a prevalência de dor lombar foi de 19,5%, sendo 7% nos meninos e 12,5% nas meninas, com diferença estatisticamente significante entre os gêneros (p The objective was to determine the prevalence of lower back pain in adolescents and its relationship to sports and sedentary activities. We conducted a cross-sectional study of 5th to 8th-grade students (n = 1,236 in Bauru, São Paulo State, Brazil. We used a structured protocol and the Nordic questionnaire for musculoskeletal symptoms. The analysis was performed using a descriptive approach and bivariate and multivariate binary logistic regression. Prevalence of lower back pain was 19.5% (7% in boys and 12.5% in girls, with statistically significant differences according to gender (p < 0.00001, age (p = 0.0057, and sports (p = 0.0001. Bivariate and multivariate analyses showed independent associations between lower back pain and female gender, time watching TV, and sports. Lower back pain in schoolchildren can persist as chronic pain in adults. Understanding the relationships between variables should provide useful measures for maintaining, improving, and promoting students' wellbeing.

  19. Características clínicas e gravidade de pacientes internados em UTIs públicas e privadas

    OpenAIRE

    Nogueira, Lilia de Souza; Sousa,Regina Marcia Cardoso de; PADILHA, Katia Grillo; Koike, Karina Mitie

    2012-01-01

    Este estudo objetivou comparar as características clínicas, evolução e gravidade de pacientes adultos internados em Unidades de Terapia Intensiva públicas e privadas. Trata-se de uma análise retrospectiva, longitudinal e quantitativa de 600 pacientes admitidos em quatro Unidades de Terapia Intensiva em São Paulo, Brasil. Diferenças foram encontradas entre os pacientes admitidos nos hospitais privados e públicos em relação às seguintes variáveis: idade, procedência, tempo de internação e morta...

  20. Cuidar de pacientes em fase terminal: a experiência de alunos de medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Araújo Sadala

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi compreender os significados que alunos de medicina atribuem à experiência de cuidar de pacientes em fase terminal. Os dados foram coletados mediante entrevistas individuais com vinte e quatro estudantes de medicina de uma universidade paulista. As convergências dos depoimentos dos participantes foram agrupadas em três categorias: a deparando-se com o mundo da doença terminal/morte; b relação com o paciente e sua família; c reflexão sobre o cuidar do paciente terminal. Nos depoimentos, os estudantes expressam ansiedade ao cuidar deste tipo de paciente, assim como as dificuldades em lidar com os próprios sentimentos. Consideram-se pouco preparados para relacionar-se com esses pacientes, mas aprenderam com a experiência vivida. Os resultados do estudo apontam para a necessidade de se introduzirem, na formação médica, conteúdos visando desenvolver competências interpessoais e capacidade de reflexão sobre questões de ética e deontologia médica, envolvendo a terminalidade da vida.

  1. Toxoplasmose do sistema nervoso central em paciente diabético

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Otávio Cavallazzi

    1985-09-01

    Full Text Available O autor descreve caso de toxoplasmose do sistema nervoso central em paciente diabético. Revisão da literatura quanto às causas predisponentes que comumente acompanham a toxoplasmose mostra que o diabetes até então não tinha sido relatado em associação com esta doença.

  2. Histoplasmose do sistema nervoso central aspectos clínicos em oito pacientes: clinical features in eight patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.R. Machado

    1993-06-01

    Full Text Available Foram estudados oito pacientes com histoplasmose do sistema nervoso central, nenhum deles com sinais clínicos ou laboratoriais de imunodepressão. O tempo de doença por ocasião do diagnóstico variava entre 6 e 108 meses (mediana 36 meses. Principais sinais e sintomas encontrados: síndrome de hipertensão intracraniana, em 6 pacientes; déficit de memória, em 4; confusão mental, em 4; convulsões, em 2; paraparesia ou paraplegia crural, em 2; incontinência urinária, em 2; impotência sexual, em 1. A forma meningoencefalítica foi encontrada em 6 pacientes e a granulomatosa, em 2. O diagnóstico foi feito: por biópsia em 1 caso; por necrópsia, em 2; através de cultura do sedimento do LCR em meio de Sa-bounaud, em 1; através da detecção de anticorpos a, Histoplasma capsulatum no LCR, em 5. Foi observada profunda discrepância entre as alterações detectadas ao exame de LCR (intensas, com elementos de fase aguda mesclados a elementos de fase crônica e o quadro clínico por ocasião do diagnóstico (pacientes em geral oligossintomáticos.

  3. Oxigenoterapia hiperbárica em pacientes em lista de espera para o transplante hepático

    OpenAIRE

    Kreimer,Flávio

    2012-01-01

    Racional - A função hepática é um processo complexo que envolve múltiplos eventos celulares. Em pacientes cirróticos pode se beneficiar da terapia com oxigênio hiperbárico, seja no período pré-operatório, assim como, em complicações do transplante como na trombose da artéria hepática. Objetivo - Avaliar os efeitos da oxigenoterapia hiperbárica, considerando as características clínicas e laboratoriais dos pacientes cirróticos em lista de espera para transplante hepático. Método - Estudo prospe...

  4. Complicações oftálmicas em pacientes com tumores malignos extra-orbitários Ophthalmic complications in patients with extraorbital malignant tumors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Célia Baptista

    2003-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Correlacionar as complicações oftálmicas, presentes em pacientes portadores de tumores malignos extra-orbitários, com o sítio de origem e diagnóstico histopatológico destas neoplasias, por meio de tomografia computadorizada. MÉTODOS: Foram estudados retrospectivamente, por tomografia computadorizada, 29 pacientes com neoplasias malignas extra-orbitárias, sem qualquer tratamento prévio do tumor, e evidência clínico-radiológica de comprometimento orbitário associado. RESULTADOS: Houve predomínio do carcinoma epidermóide (28%, seguido pelo carcinoma basocelular (14%. As complicações oftálmicas mais comumente observadas foram proptose (38%, epífora (24% e dor ocular (24%. Redução da acuidade visual foi referida em 14 % dos casos. Os sítios de origem mais comuns das neoplasias foram o seio maxilar (28%, o seio etmoidal (17% e a pele e subcutâneo da face (17%. Proptose ocular foi causada predominantemente por tumores não carcinomatosos e tumores originados no seio etmoidal, ao passo que epífora ocorreu preferencialmente nos casos de tumores carcinomatosos e de neoplasias do seio maxilar. Redução da motilidade ocular, irritação ocular e secreção no olho foram as complicações oftálmicas mais freqüentes em pacientes com tumores dos anexos oculares, ao passo que dor ocular foi a complicação oftálmica dominante nos pacientes com neoplasias originadas na pele e subcutâneo da face. CONCLUSÕES: Os autores sugerem que, diante de paciente com epífora e massa maxilo-nasal, carcinoma do seio maxilar deve ser considerado primariamente no diagnóstico diferencial da lesão. Da mesma forma, tumores não carcinomatosos, como sarcomas e linfomas, devem ser considerados, sobretudo no diagnóstico de pacientes com proptose e massa naso-etmoidal.OBJECTIVE: To correlate the ophthalmic complications in patients with extra-orbital malignant tumors with the site of origin and histopathologic diagnosis of the tumors by

  5. Relação entre o nível de hemoglobina e a atividade da doença em pacientes com artrite reumatoide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ganna Smyrnova

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivos Este estudo tem como objetivo investigar a relação entre o nível de hemoglobina e a atividade da doença em pacientes com artrite reumatoide (AR. Pacientes e métodos Avaliou-se a possível relação existente entre o nível de hemoglobina, a contagem de 66/68 articulações, o Escore de Atividade da Doença – 28 articulações (DAS28, o Questionário de Avaliação de Saúde (HAQ, a escala visual analógica (EVA, o Escore de Sharp modificado (MSS e a duração da doença de 89 pacientes com AR. Os critérios para anemia da Organização Mundial de Saúde (OMS consideram um limite de hemoglobina<120g/L para as mulheres e<130g/L para os homens. Pacientes grávidas ou amamentando, pacientes com história de outra artrite inflamatória ou não inflamatória, neoplasias, doenças crônicas infecciosas e inflamatórias e outras doenças descompensadas foram excluídas do estudo. Resultados A anemia foi observada em 64% dos pacientes (1° grupo; o outro grupo (2° grupo apresentou níveis normais de hemoglobina. Houve uma correlação negativa estatisticamente significativa entre o nível de hemoglobina e a contagem de articulações inchadas e sensíveis, DAS28, HAQ, EVA, MSS e duração da doença (p<0,001. O DAS28, escore HAQ, EVA, MSS, contagem de articulações inchadas e sensíveis e duração da doença foram significativamente maiores (p<0,001 no primeiro grupo em comparação com o segundo. Conclusão Determinou-se que o baixo nível de hemoglobina está significativamente correlacionado com a deficiência e incapacidade, atividade da doença, lesão articular, dor e duração da doença em pacientes com AR. Acredita-se que, mantendo a atividade da doença sob controle, evitando danos articulares será possível diminuir ou, possivelmente, até mesmo eliminar a incapacidade em pacientes com AR.

  6. Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Verçoza Viana

    2014-03-01

    Full Text Available A hiperglicemia é um problema frequentemente encontrado em pacientes graves em ambiente de terapia intensiva. Sua presença se associa ao aumento da morbidade e da mortalidade, independentemente da causa da admissão (infarto agudo do miocárdio, condição após cirurgia cardiovascular, acidente vascular cerebral e sepse. Entretanto, permanecem muitas dúvidas com relação à fisiopatologia e, particularmente, em relação ao tratamento da hiperglicemia no paciente graves. Na prática clínica, devem ser levados em consideração diversos aspectos para o controle desses pacientes, inclusive os alvos de glicemia, o histórico de diabetes mellitus, a via de nutrição (enteral ou parenteral e o equipamento de monitoramento disponível, o que aumenta substancialmente a carga de trabalho dos profissionais envolvidos nesse tratamento. Esta revisão descreveu a epidemiologia, a fisiopatologia, o tratamento e o monitoramento da hiperglicemia no paciente adulto grave.

  7. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovascular em Pacientes em Hemodiálise - O Estudo CORDIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: Há uma carência de dados epidemiológicos sobre o perfil de risco cardiovascular nos pacientes renais crônicos em hemodiálise no Brasil. Objetivo: O estudo CORDIAL foi planejado para avaliar fatores de risco cardiovascular e acompanhar a evolução de uma população em programa de hemodiálise numa cidade metropolitana do Brasil. Métodos: Todos os pacientes em hemodiálise por doença renal crônica nos quinze centros de nefrologia de Porto Alegre foram considerados para inclusão na fase inicial do estudo CORDIAL. Dados clínicos, laboratoriais e demográficos foram obtidos nos registros médicos, e em entrevistas individuais estruturadas realizadas com todos os pacientes por pesquisadores treinados. Resultados: Foram incluídos 1215 pacientes (97,3% de todos os que estavam em hemodiálise na cidade de Porto Alegre. A média de idade era 58,3 anos, 59,5% eram homens e 62,8% eram brancos. A prevalência de fatores de risco cardiovascular encontrada foi 87,5% para hipertensão, 84,7% para dislipidemia, 73,1% para sedentarismo, 53,7% para tabagismo e 35,8% para diabetes. Em uma análise multivariada ajustada, sedentarismo (p = 0,032; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,15, dislipidemia (p = 0,019; RP 1,08 - IC95%: 1,01-1,14, e obesidade (p < 0,001; RP 1,96 - IC95%: 1,45-2,63 foram mais frequentes em mulheres; e hipertensão (p = 0,018; PR 1,06 - IC95%: 1,01-1,11 e tabagismo (p = 0,006; RP 2,7 - IC95%: 1,79-4,17 foram mais frequentes naqueles com menos de 65 anos. Sedentarismo apresentou uma associação independente com tempo em diálise inferior a 12 meses (p < 0,001; RP 1,23 - IC95%: 1,14-1,33. Conclusão: Pacientes em hemodiálise nesta metrópole do sul do Brasil apresentaram uma prevalência elevada de fatores de risco cardiovascular similar a diversos países do hemisfério norte.

  8. Prevalência e fatores associados à obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise em Goiânia - GO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Tereza Vaz de Souza Freitas

    2013-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A presença de excesso de peso, especialmente obesidade visceral, contribui para o maior risco de complicações metabólicas e cardiovasculares em pacientes com doença renal crônica. OBJETIVO: Determinar a prevalência e os fatores associados à obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise (HD. MÉTODOS: Estudo transversal com 344 pacientes maiores de 18 anos. A obesidade abdominal foi definida pela circunferência da cintura > 94 cm nos homens e > 80 cm nas mulheres. As variáveis independentes envolveram aspectos socioeconômicos, demográficos, hábitos de vida, tempo em HD, consumo alimentar e índice de massa corporal (IMC. A análise dos fatores associados foi realizada por regressão de Poisson múltipla, permanecendo no modelo final as variáveis com p 25 kg/m². Nos homens, a classe econômica D/E também permaneceu associada à obesidade abdominal, p < 0,05. CONCLUSÃO: Observou-se alta prevalência de obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise. Idade superior a 40 anos, classes econômicas mais baixas, ingestão proteica inferior ao recomendado e excesso de peso foram associados à obesidade abdominal.

  9. Efetividade do método Pilates em comparação à fisioterapia convencional na dor e na funcionalidade de indivíduos com dor lombar crônica não-específica : ensaio clínico aleatório

    OpenAIRE

    Fernanda Queiroz Ribeiro Cerci Mostagi

    2012-01-01

    O objetivo deste estudo foi comparar o método Pilates à Fisioterapia convencional no tratamento da dor lombar crônica não-específica. Para isto foi conduzido um ensaio clínico aleatório de acordo com as regras do Consort-Statement com 22 participantes alocados em dois grupos (grupo Pilates [n=11] e grupo controle [n=11]). Os critérios de elegibilidade foram: indivíduos com diagnóstico exclusivo de dor lombar crônica não-específica entre 18 e 55 anos. Indivíduos com protrusão discal, escoliose...

  10. Investigação da queixa de disfagia em pacientes afásicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Zazo Ortiz

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: verificar a presença e evolução da queixa de deglutição em pacientes afásicos pós- AVE e, a partir do relato dos familiares em relação à melhora das manifestações, analisar se a ocorrência da afasia interferiu no prognóstico da disfagia. MÉTODO: 30 pacientes afásicos pós-AVE na fase crônica foram entrevistados e, juntamente com seus familiares, responderam a um questionário sobre a presença e a permanência de queixas de deglutição pós-AVE e aspectos relacionados, bem como melhoras ocorridas em relação aos quadros de disfagia e afasia. Para verificar se a disfagia parece ter interferido no prognóstico da afasia, comparou-se as curvas de Kaplan-Meier dos pacientes que referiram queixas de disfagia com os que não referiram. RESULTADOS: 48% dos pacientes tiveram queixas de dificuldades de deglutição pós-AVE. Destes, 93% apresentaram mudanças positivas (melhora parcial ou total do quadro. O tempo médio para que o paciente apresentasse qualquer tipo de mudança (espontânea ou não foi de 76 dias. 60% referiu melhora total da disfagia, sendo que 47% foram submetidos à terapia fonoaudiológica. Em relação à afasia, 87% dos pacientes referiram melhora, apesar de nenhum paciente ter referido melhora total. 57% haviam sido expostos à terapia fonoaudiológica para a afasia. O tempo médio referido para que o paciente apresentasse qualquer tipo de mudança positiva nas manifestações foi de 183 dias. Não houve diferença significante na melhora da afasia entre o grupo com e sem queixa de deglutição. CONCLUSÕES: dos pacientes afásicos avaliados neste estudo, 48% apresentou queixa de disfagia. Verificou-se, a partir do relato dos familiares, que a ocorrência da afasia parece não ter interferido no prognóstico da disfagia.

  11. A comunicação profissional-paciente em oncologia: uma compreensão psicanalítica

    OpenAIRE

    Bianchini,Daniela Cristina Silva

    2015-01-01

    Esta dissertação é composta por dois artigos empíricos escritos a partir da pesquisa realizada sobre a comunicação profissional–paciente em oncologia. O primeiro estudo refere-se à percepção da comunicação profissional-paciente sob o enfoque dos pacientes com câncer. Foram entrevistados 14 pacientes adultos que estavam realizando quimioterapia, em diferentes estágios da doença (sete metastáticos). Destes, oito eram homens. O segundo estudo apresenta a percepção dos profissionais que atendem p...

  12. Confiabilidade de sintomas sugestivos de angina em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

    OpenAIRE

    Yilmaz Gunes; Mustafa Tuncer; Unal Guntekin; Hasan Ali Gumrukcuoglu; Serkan Akdag; Bulent Ozbay; Bunyamin Sertogullarindan

    2009-01-01

    FUNDAMENTO: Devido à sobreposição de sintomas e inadequada capacidade de exercícios, o diagnóstico não-invasivo da doença arterial coronariana (DAC) pode ser sub ou superestimado em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). OBJETIVO: Avaliar os resultados de angiografias coronarianas em pacientes com DPOC dependendo das características clínicas basais. MÉTODOS: Os registros médicos de 157 pacientes com DPOC e 157 pacientes sem DPOC pareados por características clínicas basais, ...

  13. Marcadores práticos de função renal em pacientes com cistinose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pache de Faria Guimaraes

    2012-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Cistinose é uma doença sistêmica, autossômica recessiva, que leva à insuficiência renal crônica na infância, a não ser que o tratamento com cisteamina seja iniciado precocemente. Mesmo nestas condições, os pacientes evoluem para doença renal crônica terminal por volta da segunda década da vida. Portanto, a avaliação da função renal é essencial neste grupo de pacientes. OBJETIVO: Avaliar e correlacionar a cistatina C, creatinina sérica e o clearance de creatinina pela Fórmula de Schwartz em pacientes com cistinose, com diferentes graus de função renal. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes com menos de 18 anos de idade, com diferentes níveis de função renal, de acordo com o KDOQI em estágios 1 a 4. Nenhum dos pacientes estava em terapia de substituição renal. Foram medidos os seguintes parâmetros: cistatina C, creatinina sérica e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz. RESULTADOS: Foram analisadas 103 amostras de sangue de 26 pacientes. Foi detectada correlação significativa entre creatinina sérica e cistatina C (r = 0,81, p < 0,0001, cistatina C e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz (r = -0,84, p < 0,0001 e creatinina sérica e clearance de creatinina (r = -0,97, p < 0,0001. CONCLUSÕES: A medida da cistatina não mostrou nenhuma vantagem sobre a creatinina sérica e o clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz em pacientes com cistinose para avaliar o ritmo de filtração glomerular. Este é o primeiro relato sobre o valor da creatinina sérica, do clearance de creatinina pela fórmula de Schwartz e da cistatina C em pacientes com cistinose.

  14. Acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil

    OpenAIRE

    Dias,Marialda Höfling P.; Amaral,Elisabete; PAI, Hong Jin; Daniela Terumi Y. Tsai; LOTITO, Ana Paola N; Leone,Claudio; Silva, Clovis Artur

    2012-01-01

    OBJETIVO: Descrever a utilização da acupuntura em adolescentes com fibromialgia juvenil. MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado em pacientes com fibromialgia juvenil (critérios do Colégio Americano de Reumatologia) submetidos a, pelo menos, 11 sessões semanais de acupuntura. As avaliações antes e após acupuntura incluíram dados demográficos, características da dor musculoesquelética, número de pontos dolorosos (NPD), escala visual analógica (EVA) de dor, algiometria e índice miálgico (IM). D...

  15. Candidíase em pacientes aidéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O.P. Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Trinta e cinco aidéticos entre 19 e 55 anos admitidos e tratados de candidíase no Hospital Emílio Ribas, SP, com ELISA positivo para HIV e confirmado pelo Western Blot. Tuberculose em 9 sendo 2 com pericardite; neurotoxoplasmose em 6; neurocriptococose em 5; herpes labial em 4; pneumocistose em 3 e sarcoma de Kaposi em 2, achavam-se associadas. A concentração inibitória mínima 50% (MIC 50% para os azoles foi: ketoconazol= 2,2 µg/ml; itraconazol- 21,0 µg/ml; fluconazol = 19,0 µg/ml. O MIC 50% para ospolienos: nistatina- 50,0 µg/ml; anfotericina B= 0,12 µg/ml e para 5 fluorcitosina= 1,6 µg/ml nas 35 amostras de Candida isoladas. Testes não paramétricos de Siegel revelaram significante identificação (80% das Candida albicans na candidíase, e que a dose de AMB não modificou o número de óbitos, precoce e tardio, ocorridos nesses aidéticos. O uso prévio dos azoles e da nistatina explicaria, talvez, o elevado MIC 50% observado nas amostras de Candida isoladas.

  16. Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves

    OpenAIRE

    Marina Verçoza Viana; Rafael Barberena Moraes; Amanda Rodrigues Fabbrin; Manoella Freitas Santos; Fernando Gerchman

    2014-01-01

    A hiperglicemia é um problema frequentemente encontrado em pacientes graves em ambiente de terapia intensiva. Sua presença se associa ao aumento da morbidade e da mortalidade, independentemente da causa da admissão (infarto agudo do miocárdio, condição após cirurgia cardiovascular, acidente vascular cerebral e sepse). Entretanto, permanecem muitas dúvidas com relação à fisiopatologia e, particularmente, em relação ao tratamento ...

  17. Anestesia para lavagem pulmonar em paciente pediátrico portador de proteinose alveolar pulmonar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Monteiro Gonçalves

    2012-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A proteinose alveolar pulmonar (PAP é um transtorno raro, descrito inicialmente em 1958. A lavagem pulmonar total (LPT, proposta na década de 1960 ainda é o tratamento de escolha. Diversas técnicas foram descritas para realizar a lavagem pulmonar em pediatria, no entanto, todas apresentam limitações e riscos. RELATO DO CASO: Paciente de 6 anos e 8 meses, sexo feminino, 25 kg com o diagnóstico de proteinoise alveolar pulmonar submetida a lavagem pulmonar total por fibrobroncoscopia lobar sequencial sob anestesia geral em ventilação espontânea.

  18. Rabdomiólise em paciente obeso mórbido submetido a gastroplastia redutora e durante revascularização de membro superior em paciente pediátrico: relato de casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Abrão Maria Angélica

    2006-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A rabdomiólise é uma síndrome que decorre da lesão ao músculo esquelético. Sua etiologia é ampla, trazendo um interesse particular, quando se manifesta como complicação intra ou pós-anestésica. O objetivo desse relato foi mostrar dois casos de rabdomiólise ocorridos no pós-operatório de intervenções cirúrgicas de longa duração, em pacientes com obesidade mórbida e lesão traumática, enfatizando a sua relação com a anestesia. RELATO DOS CASOS: O primeiro caso é de um paciente com 39 anos, obeso mórbido, IMC 62, submetido a gastroplastia redutora por laparotomia, sob anestesia geral. Apresentou, no pós-operatório, fraqueza muscular nos membros superiores e inferiores e alterações da sensibilidade. Evoluiu com dor muscular e urina avermelhada. O aumento dos níveis plasmáticos da enzima creatinocinase (CK confirmou o diagnóstico de rabdomiólise. Tratado com hidratação forçada e diurético, não evoluiu com insuficiência renal, porém teve alta com seqüela muscular e neurológica. O segundo caso apresenta uma criança de sete anos, vítima de acidente com porta de vidro, operada de urgência para revascularização do membro superior esquerdo. Apresentou mudança da coloração da urina, que se tornou avermelhada, durante a anestesia. Foram administrados bicarbonato de sódio e manitol por via venosa, com os objetivos de alcalinizar a urina e aumentar o débito urinário. Enviado ao CTI, onde foi confirmada a hipótese de rabdomiólise, pelo aumento da enzima CK e pela mioglobinúria. Obteve alta no 10º dia de internação, sem seqüelas. CONCLUSÕES: Os casos apresentados mostraram os fatores de risco da rabdomiólise e sua relação com a anestesia e a cirurgia. O diagnóstico precoce é importante, no sentido de um tratamento rápido e agressivo, a fim de se evitarem complicações mais graves.

  19. Vulnerabilidades presentes no percurso vivenciado pelos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Petra Kelly Rabelo de Sousa

    2013-04-01

    Full Text Available Um grande avanço no tratamento da AIDS deu-se com o surgimento da terapia antiretroviral. Entretanto, diversas vulnerabilidades podem estar presentes no percurso vivenciado pelos pacientes durante o tratamento. Objetivou-se analisar as vulnerabilidades dos pacientes com HIV/AIDS em falha terapêutica. Estudo qualitativo realizado com sete usuários com AIDS considerados em falha terapêutica, em uma Unidade de Serviço Ambulatorial Especializado em HIV/AIDS, em Fortaleza-CE. Para interpretação dos dados, utilizou-se uma técnica de análise de conteúdo. Nos discursos, percebeu-se que os depoentes enfrentavam conflitos na família e, no ambiente de trabalho, dificuldades de relacionamento com as pessoas e estigma. Observou-se que os pacientes haviam vivenciado diversas situações que os tornaram mais suscetíveis à infecção por HIV e ao adoecimento.

  20. Achados histológicos na parede posterior da laringe em pacientes com refluxo gastroesofageano (GERD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gomes Guilherme F.

    2001-01-01

    Full Text Available Introdução: O mecanismo de manifestações otorrinolaringológicas da doença do refluxo gastroesofageano é provavelmente o resultado de refluxo faringogastroesofageano noturno intermitente. O contato da faringe e laringe com o suco gástrico resulta em inflamação e edema, mesmo com pouca ou mínima exposição ácida. Porém, estudos histológicos na parede posterior da laringe, em pacientes com exposição crônica ao suco gástrico, não têm sido realizados mas podem representar importante informação diagnóstica. Este estudo tem como objetivo descrever biópsias de parede posterior de laringe em pacientes portadores de doença do refluxo gastroesofageano. Forma de estudo: Prospectivo não randomizado. Material e método: No período compreendido entre junho de 1998 a setembro de 1998, foram realizadas biópsias da parede posterior da laringe em sete pacientes portadores de doença do refluxo gastroesofageano (GERD, que apresentavam sintomas crônicos de faringe e laringe. Todos os pacientes realizaram investigação do refluxo gastroesofageano através da endoscopia digestiva alta, e também laringoscopias diretas na procura de lesões laringológicas sugestivas de etiologia relacionada à GERD,e foram classificados em grupo I e grupo II, respectivamente: grupo com laringoscopia normal e grupo com laringoscopia com lesão. Resultados: Os resultados mostraram que 42,85% dos pacientes estudados apresentavam epitélio escamoso como revestimento da parede posterior da laringe; 42,85% apresentaram áreas de metaplasia escamosa em permeio ao epitélio pseudoestratificado respiratório; e apenas 28,57% dos pacientes apresentaram epitélio respiratório. Além do mais, 71,4% dos pacientes apresentaram alterações histológicas decorrentes da GERD que são encontradas no esôfago. Conclusões: Os resultados deste estudo sugerem que o refluxo gastroesofageano pode estar relacionado com a mudança do epitélio da parede posterior da laringe

  1. Dor crônica em pacientes esquizofrênicos: prevalência e características

    DEFF Research Database (Denmark)

    Almeida, Jouce Gabriela de; Kurita, Geana Paula; Braga, Patricia Emilia

    2010-01-01

    Chronic pain may be at least as prevalent in psychiatric patients as in the general population. To estimate the prevalence of chronic pain in schizophrenic patients, compare the groups with and without chronic pain, and characterize the pain, a cross-sectional study was performed on a probabilistic...... sample of 205 adult patients with a diagnosis of schizophrenia (mean age 37 years; 65% men; mean schooling nine years; 87% single; 65% living with parents), treated at a public hospital in the city of São Paulo, Brazil. Prevalence of pain was 36.6%, and the most frequent sites were abdomen (30.7%), head......, face, and mouth (24%), and lower back (14.7%). Twenty-four percent of patients reported feeling pain every day. Mean duration of pain was 41 months, with moderate intensity. Prevalence of chronic pain in schizophrenic patients was similar to that in the general population, and the clinical course...

  2. Insuficiência renal aguda em pacientes com Síndrome Hellp

    OpenAIRE

    Sílvia Maria Dorigoni

    2001-01-01

    A síndrome HELLP ocorre em gestantes ou puérperas e é caracterizada pelo surgimento de hemólise, elevação de enzimas hepáticas e plaquetopenia. Desenvolve-se em aproximadamente 10% das gestantes com pré-eclampsia, sendo mais freqüente entre a 22a e 36a semanas de gestação. Insuficiência renal aguda é uma complicação freqüente e grave nessas pacientes. O objetivo deste estudo foi avaliar, em pacientes com síndrome HELLP, a prevalência de insuficiência renal aguda e estudar fatores a ela associ...

  3. Avaliação da síndrome da dor patelofemoral em mulheres - doi:10.5020/18061230.2011.p5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Altair Argentino Pereira Júnior

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar mulheres com diagnóstico de síndrome da dor patelofemoral (SDPF. Métodos: Estudo de caráter descritivo realizado com 40 mulheres na faixa etária entre 18 a 40 anos, com diagnóstico médico definido de SDPF. Realizou-se a verificação da função do joelho através da escala de Lysholm; avaliação cinético-funcional e radiológica; determinação do índice de massa corporal (IMC e investigação do nível de atividade física pelo Questionário Internacional de Atividade Física. Resultados: Observou-se predomínio de geno valgo, rotação femoral interna, patela lateralizada e alta. O nível de atividade física foi menor que 150 minutos em 21 (52,5% da amostra. Constatou-se sobrepeso em 16 (40% e função do joelho classificada como insatisfatória em 31 (77,5% das participantes. Conclusão: As participantes do estudo apresentaram alterações cinético-funcionais semelhantes e presença de sobrepeso. A SDPF compromete a função do joelho, dificultando as atividades de vida diária e a prática esportiva.

  4. Avaliação da dor em histeroscopia ambulatorial: comparação entre duas técnicas Pain evaluation in office hysteroscopy: comparison of two techniques

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Barreto Fraguglia Quental Diniz

    2010-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a dor referida pelas pacientes submetidas à histeroscopia pela técnica convencional com gás carbônico (CO2 e a vaginohisteroscopia com soro fisiológico (SF 0,9%. MÉTODOS: estudo prospectivo de coorte, realizado em um serviço de histeroscopia ambulatorial. Foram incluídas 117 pacientes com indicação para realizarem o exame, alocadas aleatoriamente em dois grupos. Todas responderam a um questionário epidemiológico e quantificaram a dor esperada antes do exame e sentida após seu término em uma escala verbal de dor de 0 a 10. Para a técnica convencional, foram utilizados espéculo, tração do colo, inserção de ótica de 30º e camisa diagnóstica com diâmetro total 5 mm. A cavidade foi distendida com CO2 sob pressão de 100 mmHg controlada por histeroinsuflador e a biópsia realizada com cureta de Novak. A vaginoscopia foi realizada sem toque, por distensão da vagina com líquido, visualização direta do colo e introdução de ótica com duas camisas de fluxo contínuo com canal acessório de perfil ovalado, totalizando também 5 mm de diâmetro para o conjunto. Foi utilizado SF 0,9% como meio de distensão e a pressão, definida como a necessária para adequada visualização do canal e da cavidade com pressurizador pneumático externo. A biópsia foi realizada de forma dirigida com pinça endoscópica. Foram calculados média e desvio padrão para as variáveis quantitativas e frequência para as qualitativas. O teste t de Student foi utilizado para comparar médias e o teste do qui-quadrado ou exato de Fischer (quando nPURPOSE: to compare the pain reported by patients submitted to hysteroscopy by the standard technique with carbon dioxide (CO2 and to vaginal hysteroscopy with physiological saline (0.9% NaCl. METHODS: this was a prospective cohort study conducted at an ambulatory hysteroscopy service. A total of 117 patients with indication for the exam were included, being randomly assigned to one of the

  5. Ovariossalpingo-histerectomia em cadelas: comparação da dor e análises cardiorrespiratória, pressórica e hemogasométrica nas abordagens convencional, por NOTES híbrida e NOTES total

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.C. Basso

    2014-10-01

    Full Text Available A cirurgia endoscópica por orifícios naturais (NOTES é um novo conceito de abordagem videocirúrgica, que surge como alternativa à cirurgia convencional, eliminando incisões abdominais e as possíveis complicações relacionadas a ela. A proposta deste artigo foi comparar técnicas de ovariossalpingo-histerectomia (OSH em cadelas, buscando determinar o procedimento que oferece menores alterações hemodinâmicas e menos estímulos dolorosos trans e pós-operatório. Para tanto, foram utilizadas 21 cadelas alocadas em três grupos. No primeiro, os pacientes foram submetidos à OSH por celiotomia (GC, no segundo por meio da técnica de NOTES híbrida (GNH e no terceiro (GNT, utilizando-se a técnica de NOTES total. O tempo cirúrgico do GNH foi significativamente maior que nos demais grupos. Em ambos os grupos de cirurgia NOTES, verificou-se diminuição das pressões arteriais médias e diastólicas no transoperatório. Apenas o grupo GNH desenvolveu acidose severa no transoperatório. Levando-se em consideração as avaliações da dor, apenas o grupo convencional necessitou de analgesia resgate transcirúrgica. No pós-operatório, observou-se que os cães do GC apresentaram índices mais elevados na escala visual analógica e na escala de Melbourne que os animais dos demais grupos, sendo necessária analgesia resgate em 100% deles. Em contraste, no GNT nenhum dos cães requereram complementação analgésica pós-operatória. Conclui-se que a técnica de OSH por NOTES total apresenta parâmetros cardiorrespiratórios e hemogasométricos semelhantes à técnica convencional e mais estáveis que a técnica de NOTES híbrida, bem como resulta em menor dor trans e pós-operatória que a técnica convencional.

  6. Estado físico funcional e dor em adultos vítimas de queimaduras após alta hospitalar

    OpenAIRE

    Edna Yukimi Itakussu

    2014-01-01

    Contextualização: Anualmente, no mundo inteiro, cerca de onze milhões de pessoas são acometidas por queimaduras graves que requerem hospitalização. Com o avanço da medicina e aumento do número de centros especializados em tratamento aos pacientes queimados, o índice de mortalidade das vítimas de queimaduras vem diminuindo nas últimas décadas. Inúmeros são os problemas enfrentados pelos sobreviventes com consequências físicas e psicossociais. Objetivos: Avaliar a capacidade funcional do exercí...

  7. Diagnósticos de enfermagem identificados em pacientes onco-hematólogicos: mapeamento cruzado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Miranda de Sousa

    2015-03-01

    Full Text Available Objetivo: Comparar termos livres dos registros de enfermagem com uma classificação de diagnósticos de enfermagem. Estudo de mapeamento cruzado, retrospectivo, dos registros de Enfermagem de 24 prontuários de pacientes hospitalizados numa clínica onco-hematológica de um hospital universitário do estado do Rio de Janeiro. Encontraram-se 507 termos correspondentes aos 30 Diagnósticos de Enfermagem, validados com frequência de 194 repetições entre os 24 prontuários, com uma média de 8,1 Diagnósticos de Enfermagem por paciente. Houve predomínio dos diagnósticos de Proteção ineficaz, Risco de infecção, Mucosa oral prejudicada, Hipertermia, Risco de sangramento, Fadiga, Dor aguda e Nutrição desequilibrada: menos do que as necessidades diárias. Recomenda-se a construção de protocolos clínicos a partir dos termos e dos Diagnósticos de Enfermagem encontrados neste estudo, visando à sistematização da assistência de enfermagem e do processo de enfermagem ao cliente onco-hematológico.

  8. "Efeitos do yoga com e sem a aplicação da massagem tui na em pacientes com fibromialgia"

    OpenAIRE

    Gerson D'Addio da Silva

    2005-01-01

    33 pacientes com fibromialgia (FM) foram submetidas a 8 sessões semanais de Yoga (grupo YR, n=17) ou Yoga e massagem Tui Na (grupo YRT, n=16). Foram avaliados: questionário de impacto da FM (FIQ), dolorimetria, escalas visuais analógicas para a dor (EVA) e notas verbais para a dor antes da 1ª sessão e 5+1 semanas após a 8ª sessão. As notas verbais foram também aplicadas na 8ª sessão e as EVA antes e depois de cada atendimento. Ambos os grupos apresentaram reduções significativas nos resultado...

  9. Tratamento endovascular em paciente portador de coarctação da aorta: relato de caso Endovascular treatment in a patient with aortic coarctation: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugênio Carlos Almeida Tinoco

    2007-03-01

    Full Text Available Coarctação da aorta constitui um estreitamento de origem congênita na porção inicial da aorta torácica. Tem incidência de 6 a 8% em nascidos vivos. A apresentação clínica é variada. O tratamento de escolha é o cirúrgico. Relatamos um caso de paciente do sexo feminino de 31 anos, com queixa de dor constrictiva na região cervical, dispnéia e claudicação intermitente em membros inferiores, sendo diagnosticada coarctação da aorta associada a estenose aórtica grave, que foi tratada com combinação das técnicas implantação de stent endovascular e angioplastia por balão.Aortic coarctation is a congenital stenosis in the initial portion of the thoracic aorta. Its incidence ranges between 6-8% of liveborns. Clinical presentations are diversified. The treatment of choice is surgery. We report the case of a 31-year-old female patient with constrictive pain in the cervical region, dyspnea, and intermittent claudication of the lower limbs. She was diagnosed with aortic coarctation associated with severe aortic stenosis, which was treated using a combination of endovascular stent implantation and balloon angioplasty.

  10. Distúrbios de memória em pacientes epilépticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    STELLA FLORINDO

    1999-01-01

    Full Text Available O autor estudou distúrbios de memória em pacientes epilépticos com crises parciais complexas (CPC, com os objetivos de: 1 identificar estes distúrbios; e 2 comparar os resultados dos pacientes com os dos controles. Foram estudados 50 pacientes adultos e 20 sujeitos sem enfermidades neuropsiquiátricas. Os métodos consistiram em: 1 investigação da atividade mnemônica através do Teste de Memória de Wechsler (subtestes: Armazenamento e Recuperação, Memória Recente e Memória Imediata; e 2 comparação entre os resultados de ambos os grupos. 3 associação entre SPECT Cerebral e atividade mnemônica. Nos três subtestes, os pacientes apresentaram desempenho cognitivo significativamente inferior ao dos controles (p <0,05. Constatou-se a associação entre hipofluxo em região temporal esquerda e distúrbio da memória nos três subtestes. Concluiu-se que há associação entre CPC e distúrbios da atividade mnemônica.

  11. Acometimento ocular em pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central: antes e depois do HAART

    OpenAIRE

    Zajdenweber,Moysés; Muccioli, Cristina; Belfort Jr.,Rubens

    2005-01-01

    OBJETIVO: Descrever o comprometimento ocular em pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central, comparando os períodos pré e pós-terapia anti-retroviral (HAART). MÉTODOS: Em estudo retrospectivo, comparamos 118 pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central que foram examinados em nossa instituição antes do pré e pós-terapia anti-retroviral (1994-1996) com 24 pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central que foram tratados com pré e pós-terapia anti-...

  12. Anestesia em paciente com síndrome de Rubinstein-Taybi: relato de caso

    OpenAIRE

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira; Luciana Elias

    2005-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome de Rubinstein-Taybi (SRT) é uma doença genética causada por uma mutação ou apagamento do cromossomo 16, caracterizada por retardo físico e mental, anormalidades craniofaciais e hálux e polegares largos. Há pouca informação sobre esta síndrome na literatura anestésica. O objetivo deste relato foi apresentar a conduta anestésica em paciente submetido à cirurgia odontológica e discutir as características de interesse para a anestesia nesses pacientes. RELATO...

  13. Análise da ceratometria corneana em pacientes portadores de espasmo hemifacial

    OpenAIRE

    Pereira,Ivana Cardoso; Saraiva,Patrícia Grativol Costa; Saraiva,Fabio Petersen; MEDEIROS, Fabricio Witzel; Miki,Gustavo; Matayoshi,Suzana

    2011-01-01

    OBJETIVO: Determinar a variação da ceratometria em olhos de pacientes portadores de espasmo hemifacial submetidos a tratamento com toxina botulínica. MÉTODOS: Foram incluídos 18 pacientes portadores de espasmo hemifacial que foram submetidos ao exame oftalmológico completo, além da topografia corneana e Orbscan previamente à aplicação de toxina botulínica tipo A e 1 mês após o procedimento. RESULTADOS: Não houve diferença estatisticamente significante entre a ceratometria encontrada pela topo...

  14. Perimetria automatizada em pacientes com glaucoma congênito primário

    OpenAIRE

    Lopes Filho,José Garone Gonçalves; Betinjane,Alberto Jorge; Carvalho,Celso Antônio de

    2007-01-01

    OBJETIVO: Identificar e caracterizar os defeitos nos exames de perimetria automatizada encontrados nos pacientes com diagnóstico de glaucoma congênito primário. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente os campos visuais automatizados de 81 olhos (48 pacientes), sendo 15 olhos sem glaucoma (grupo N) e 66 olhos com glaucoma (grupo G). Os olhos com glaucoma foram divididos em olhos com alterações campimétricas incipientes, caracterizadas pelo MD> -6 dB (grupo G I= 41 olhos) e olhos com altera...

  15. Variações no posicionamento dos eixos visuais em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo

    OpenAIRE

    Graciela Scalco Brum; Rosália Maria Simões Antunes-Foschini; Christine Mae Morello Abbud; Harley Edison Amaral Bicas

    2011-01-01

    OBJETIVOS: Determinar as variações no ângulo de posicionamento ocular pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para correção de estrabismo e identificar possíveis fatores de risco associados a tal ocorrência. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 819 pacientes portadores de estrabismo submetidos à cirurgia para correção do desvio ocular entre janeiro de 1995 e dezembro de 2005 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. ...

  16. Ambliopia por estrabismo: estudo retrospectivo de pacientes em hospital universitário

    OpenAIRE

    Costa,Deborah Salerno; Klein,Rita de Cássia Andrade; Leite,Cristiane de Almeida; Ginguerra,Maria Antonieta da Anunciação; Polati,Mariza

    2006-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a influência da adesão ao tratamento, da gravidade da ambliopia e da idade de início do tratamento em pacientes com ambliopia por estrabismo submetidos à terapia oclusiva. MÉTODOS: Analisaram-se 569 prontuários de pacientes com ambliopia por estrabismo atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP no período de 1983 a 2000. Os critérios de exclusão foram: perda de seguimento, idade maior que 12 anos, presença de nistagmo e outras doenças oculares. Todos ...

  17. Estudo prospectivo de avaliação de dor e incapacidade de pacientes operados de estenose de canal lombar com seguimento mínimo de dois anos Estudio prospectivo de la evaluación del dolor e incapacidad de los pacientes operados de estenosis del canal lumbar con seguimiento mínimo de dos años Prospective analysis of pain and disability of patients operated on lumbar spinal stenosis with a minimum two-year follow-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Santiago Valesin Filho

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: realizar uma análise prospectiva de dor e incapacidade em pacientes operados de estenose de canal lombar após dois anos do procedimento através da escala VAS e Roland Morris. MÉTODOS: trinta e oito pacientes foram avaliados por meio dos questionários em um momento pré-operatório, pós-operatório um mês, seis meses, um ano e dois anos, tendo sido realizada descompressão e artrodese com instrumentação pedicular associada. RESULTADOS: foi observado melhora nas análises comparativas de dor e incapacidade no decorrer do seguimento em relação aos valores iniciais, porém uma tendência à estabilização do quadro com sua evolução. CONCLUSÃO: o tratamento cirúrgico da estenose do canal lombar, quando criteriosamente indicado, melhora a dor e a incapacidade após dois anos de seguimento.OBJETIVO: realizar un análisis prospectivo del dolor e incapacidad en pacientes operados de estenosis del canal lumbar después de dos años del procedimiento, por medio de la escala VAS y Roland Morris. MÉTODOS: treinta y ocho pacientes fueron evaluados por medio de los cuestionarios en un momento preoperatorio, postoperatorio un mes, seis meses, un año y dos años, realizando una descompresión y artrodesis con instrumentación pedicular asociada. RESULTADOS: fue observada mejoría en los análisis comparativos de dolor e incapacidad con el decorrer de los seguimientos en relación a los valores iniciales; sin embargo, hubo una tendencia a la estabilidad del cuadro con su evolución. CONCLUSIÓN: el tratamiento quirúrgico de la estenosis del canal lumbar, con indicación criteriosa, mejora el dolor y la incapacidad después de dos años de seguimiento.OBJECTIVE: to perform a prospective analysis of pain and disability in patients operated on lumbar spine stenosis two years after the procedure by means of VAS and Roland Morris scales. METHODS: thirty-eight patients answered questions before and after the surgery, within one-month, six

  18. Risco de suicídio em paciente alcoolista com depressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Lucia Spear King

    2006-01-01

    Full Text Available Dependência do álcool é o consumo excessivo com perda do controle apesar das conseqüências prejudiciais decorrentes. A depressão se caracteriza por um período longo e contínuo de humor deprimido com sintomas específicos. Procuramos ressaltar a importância do tratamento da co-morbidade da depressão em pacientes alcoolistas a fim de prevenir complicações como o risco de suicídio. O suicídio e a depressão em adolescentes e adultos representam maior risco com o uso indevido do álcool. A depressão em pacientes alcoolistas precede as tentativas de suicídio na maioria dos casos. Relatamos um caso grave de paciente dependente do álcool com depressão e risco de suicídio atendido no ambulatório do Programa de Estudos e Assistência ao Uso Indevido de Drogas do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PROJAD/IPUB/UFRJ. O tratamento consistiu no uso de antidepressivos e psicoterapia cognitivo-comportamental. O tratamento da depressão do paciente associou-se a maior adesão à terapêutica, prevenção de recaídas no alcoolismo e redução do risco de suicídio. O diagnóstico precoce da depressão como co-morbidade em paciente dependente de álcool realizado por profissionais treinados é indispensável para o tratamento adequado e para minimizar o risco de suicídio.

  19. Avaliação de instrumentos de medida usados em pacientes com fibromialgia Assessment of different instruments used as outcome measures in patients with fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Martins Barros Alves

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os diferentes instrumentos de medida usados em pacientes com fibromialgia. PACIENTES E MÉTODOS: Foram avaliados 60 indivíduos que participaram de um ensaio clínico de corte transversal comparando os efeitos de exercícios realizados na água e exercícios realizados em solo, por meio dos questionários Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ para avaliar o impacto da doença, The Medical Outcomes Study 36 item Short-Form Health Survey (SF-36 para avaliação da qualidade de vida, Inventário Beck para avaliar o estado de depressão e escala visual analógica da dor (EVA. Esses questionários foram comparados aos resultados obtidos em uma escala transicional do tipo Likert, a Escala verbal de avaliação de mudança (EVAM, considerada como critério de mudança na avaliação dos outros instrumentos. RESULTADOS: O coeficiente de Spearman foi usado para estudar a correlação entre a medida EVAM e os outros instrumentos em dois momentos (T1 e T2. Em T1 houve correlação moderada entre EVAM e EVA (r = 0,49, EVAM e FIQ (r = 0,41 e correlação negativa entre EVAM e os domínios referentes a dor (r = -0,49, estado geral (r = -0,55 e componente físico (r = -0,42 do SF-36. Em T2, apenas o domínio vitalidade do SF-36 mostrou correlação negativa com EVAM, de valor fraco (r = -0,27. CONCLUSÃO: Considerando-se a EVAM como padrão ouro, nenhum dos instrumentos avaliados conseguiu captar, de maneira ótima, mudança no estado de saúde do paciente com fibromialgia.OBJECTIVE: To assess the different measure instruments used for patients with fibromyalgia. PATIENTS AND METHODS: This study assessed 60 individuals participating in a clinical trial of cross-sectional cohort comparing the effects of exercises performed in water and on land. The following instruments were used: the Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ to assess the impact of the disease; the Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36 to assess quality

  20. Impacto do exercício na dor crônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Alves Subtil da Oliveira

    2014-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A dor é uma experiência subjetiva, que pode resultar de características teciduais, mas que também abrange fatores de várias ordens, incluindo os emocionais, culturais e individuais. A dor crônica é persistente ou recorrente, por mais de 3 meses, de causa desconhecida e não está necessariamente associada a uma lesão no organismo. Os gastos associados a essa condição de saúde estimulam o sistema a investigar intervenções eficazes para o tratamento das dores em geral. O fenômeno da analgesia induzida pelo exercício é sobretudo observado em atletas e os mecanismos envolvidos ainda são desconhecidos, embora haja tendência a aceitar a ação do sistema opióide endógeno. OBJETIVO: Investigar o efeito de um programa de exercícios físicos sobre a dor crônica inespecífica. MÉTODO: A amostra foi constituída por 29 indivíduos que aderiram a um programa de exercícios domiciliares. Sendo aplicado o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ que permite estimar o tempo semanal gasto em atividades físicas de intensidade leve, moderada e vigorosa e a Escala Visual Analógica (EVA que foi utilizada para avaliar a intensidade da dor. A análise estatística foi realizada de forma descritiva e inferencial. CONCLUSÃO: A aplicação de programas multidisciplinares, predominando a prescrição de exercícios aeróbicos, de fortalecimento e alongamentos, em um protocolo de exercícios domiciliares apresentou melhora efetiva no limiar de dor em paciente com dor crônica inespecífica.

  1. Análise da sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular Analysis of symptomatology in patients with intra-articular disorders of the temporomandibular joint

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sílvio Henrique de Paula DONEGÁ

    1997-01-01

    Full Text Available Foi realizado estudo analisando a sintomatologia em pacientes com disfunções intra-articulares da articulação temporomandibular. A queixa mais citada foi de dor na região pré-auricular (40,7%. Sintomatologia dolorosa articular (63,2% e ruídos articulares (83,3% foram os achados mais comuns ao exame clínico. Os ruídos articulares mais freqüentes foram os estalos (66,6%. Dor muscular ocorreu, em especial, nos músculos pterigóideo medial e lateral e na inserção do temporal. Houve decréscimo na amplitude para a protrusão dentre os movimentos mandibulares máximosThe study analyzed the symptomatology in patients with intra-articular disorders of the temporomandibular joint. The most frequent complaint was pain in the preauricular region (40.7%. Articular pain (63.2% and articular sounds (83.3% were the most common findings during clinical examination. Muscular pain occurred particularly in the medial and lateral pterygoid muscles and at the insertion of the temporalis muscle. The most frequent articular sound was clicking (66.6%. There was a decrease in extent of protrusion among the mandibular border positions.

  2. Rosuvastatina e ciprofibrato no tratamento da dislipidemia em pacientes com HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton Domingos

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A dislipidemia secundária à terapia antirretroviral potente nos pacientes com HIV está associada à significativa elevação da morbimortalidade cardiovascular por doença aterosclerótica, sendo, portanto, necessário tratamento imediato e eficaz. OBJETIVO: Demonstrar a efetividade e a segurança da rosuvastatina e do ciprofibrato no tratamento da dislipidemia associada à terapia antirretroviral potente em pacientes com HIV. MÉTODOS: Trezentos e quarenta e seis pacientes com dislipidemia foram submetidos a tratamento farmacológico: 200 pacientes com hipertrigliceridemia receberam ciprofibrato (Grupo I; 79 pacientes com hipercolesterolemia receberam rosuvastatina (Grupo II; e 67 pacientes com dislipidemia mista receberam ciprofibrato associado a rosuvastatina (Grupo III. O perfil lipídico foi avaliado antes e após o tratamento hipolipemiante, sendo feita comparação estatística pelo teste de Wilcoxon. Transaminases hepáticas e creatinofosfoquinase foram dosadas para controle de toxicidade hepática e muscular. RESULTADOS: As concentrações séricas de triglicérides e de colesterol total foram significativamente menores do que as obtidas antes do tratamento, para os três grupos experimentais (p < 0,002. Observou-se aumento significativo do HDL colesterol nos grupos experimentais I e III (p < 0,002. Nos grupos I e II, o LDL-colesterol foi significativamente menor (p < 0,001. Nenhum dos pacientes apresentou elevações de transaminases ou de creatinofosfoquinase a níveis de toxicidade significativa. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo demonstram que ciprofibrato, rosuvastatina ou a combinação de ambos pode ser considerada tratamento hipolipemiante efetivo, seguro e com boa tolerância nos pacientes com Aids submetidos à terapia antirretroviral potente.

  3. PACIENTE EM UNIDADES MÉDICO-CIRÚRGICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Hespanhol Dorigan

    2015-01-01

    Full Text Available Este estudio tuvo como objetivo identificar los factores predictivos de la experiencia y la satisfacción del paciente con la atención de enfermería y comparar las propiedades psicometricas de la versión brasileña y la versión original del Newcastle Satisfaction with Nursing Scales. Se trata de un estudio transversal con 351 pacientes en unidades médico-quirúrgicas de un hospital universitario. Para el análisis de los dados se utilizó el método de regresión lineal múltiple. La satisfacción con la atención de enfermería en general fue el predictor de las experiencias (p<0.0001 y la satisfacción con el internamiento (p<0,0001. Otros predictores de la satisfacción con la atención fueron la edad (p=0,027, el nivel de educación (p=0,024 y la satisfacción con la hospitalización (p=0,021. Llegamos a la conclusión de que la versión brasileña del instrumento demostró confiabilidad y validez satisfactorios, así como ser fácil de usar y menos costoso.

  4. Três anos de ventriculectomia parcial esquerda: resultados globais e tardios em 41 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FROTA FILHO José Dario

    1999-01-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar a indicação, sobrevida, qualidade de vida e arritmias após Ventriculectomia Parcial Esquerda (VPE e relatar seu uso como ponte para transplante. Casuística e Métodos: Quarenta e um pacientes (pt operados no período de dezembro de 1994 a dezembro de 1997,com idades de 32 a 70 anos, com miocardiopatia dilatada, classe funcional IV-92,6% e III-7,3% com contra-indicação para transplante e má qualidade de vida. Ecocardiogramas e estudos eletrofisiológicos (EEF pré e pós-operatórios foram realizados. Clinicamente, agrupados pela NYHA e pelo Protocolo de Qualidade de Vida (QV. Resultados: Em 15 pacientes examinados aos 30 e 90 dias de pós-operatório por ecocardiograma obtivemos os dados da tabela abaixo: Sobrevida de 66%, 53%, 40% e 36,6% aos 3, 6, 12 e 24 meses, respectivamente. Aos 3 anos a mortalidade imediata e tardia é de 21,5 % e 42,1%,com total de 63,6 %. Menor mortalidade relacionada a arritmia quando não se conseguiu induzí-la no pós-operatório. A qualidade de vida melhorou (72,7 % em NYHA I e II e 81,8% em QV I e II e dois foram transplantados posteriormente. Conclusões: Melhoraram a dinâmica cardíaca, a QV e a classe funcional (NYHA.O EEF identificou pacientes com maior risco de arritmias pós-operatórias. A sobrevida de 36% em 3 anos é encorajadora, levando-se em conta a gravidade dos casos. A seleção de pacientes não tem ainda critérios inequívocos.

  5. Pain in workers with shoulder impingement syndrome: an assessment using the DASH and McGill pain questionnaires Dor em trabalhadores portadores da síndrome do impacto do ombro: uma avaliação através dos questionários DASH e McGill de dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PR Camargo

    2007-04-01

    Full Text Available OBJECTIVE: This study assessed physical function and pain in male and female workers with shoulder impingement syndrome using the Brazilian Portuguese versions of the Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand (DASH and McGill pain questionnaires. METHODS: Twenty-seven assembly line workers (18 men and 9 women; mean age of 33.26 ± 6.49 years in the school supply industry were evaluated. The duration of the shoulder impingement pain was 31.74 ± 32.92 months and the amount of time of the workers in this industry was 11.08 ± 6.41 years. The DASH questionnaire was used to evaluate functional status and symptoms of the upper limbs of the workers. Using the McGill Pain Questionnaire, the pain was quantified by the number of words chosen and by the pain rating index (PRI. RESULTS: The women presented higher scores (POBJETIVO: Este estudo avaliou função física e dor em trabalhadores com síndrome do impacto através das versões brasileiras dos questionários "Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand" (DASH e McGill de dor. MÉTODO: Vinte e sete trabalhadores (18 homens e 9 mulheres; idade média de 33,26 ± 6,49 anos de uma linha de produção de uma indústria de material escolar foram avaliados. O tempo de duração de dor no ombro era de 31,74 ± 32,92 meses e o tempo de trabalho na indústria era de 11,08 ± 6,41 anos. O questionário DASH foi utilizado para avaliar o estado funcional e os sintomas dos membros superiores dos trabalhadores. Através do questionário McGill de dor, a dor foi quantificada pelo número de palavras escolhidas e pelo índice de classificação da dor (ICD. RESULTADOS: As mulheres apresentaram maiores escores (P< 0,05 que os homens para ambos os módulos do DASH. As mulheres escolheram mais palavras (17,00 ± 2,59 que os homens (13,33 ± 3,16 e também apresentaram o maior ICD total (P< 0,05. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos neste grupo de trabalhadores brasileiros com síndrome do impacto do ombro identificam os

  6. Ensaio clínico com novo antidepressivo (Doxepin em pacientes internados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Marques-Assis

    1969-06-01

    Full Text Available A ação antidepressiva do Doxepin foi estudada em 17 pacientes internados. Em 8 casos foi feito o diagnóstico de psicose maníaco-depressiva, em 7 de depressão psiconeurótica e, em dois, de depressão involutiva. O tempo de tratamento variou de 10 a 42 dias. O Doxepin foi utilizado em doses máximas que variaram entre 125 e 300 mg/dia. Foram feitas avaliações semanais da sintomatologia, tendo sido registrados os efeitos colaterais espontaneamente referidos pelos pacientes. Controle laboratorial (leucocitometria, hematócrito, transaminase glutâmico-oxalacética, uréia e proteinúria foram feitos antes, durante e após o tratamento. A análise dos resultados obtidos permitiu aos autores chegarem às seguintes conclusões: 1 os efeitos colaterais foram de pequena monta, não interferindo diretamente com o tratamento; 2 as provas laboratoriais não apresentaram alterações significativas; 3 o medicamento apresentou ação antidepressiva em 82,7% dos casos, com 52,9% de remissões; 4 as depressões psiconeuróticos foram as que melhor responderam ao tratamento.

  7. Colite por citomegalovirus em paciente transplantada renal: relato de caso e revisão da literatura Citomegalovirus colitis in kidney transplant patient: case report and literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Saad Hossne

    2007-06-01

    Full Text Available A infecção do citomegalovírus ocorre geralmente em pacientes imunocomprometidos sejam pós-transplantados ou pelas doenças que comprometem o sistema imune (AIDS; apresentamos um caso de um paciente do sexo feminino de 49 anos de idade, que se encontrava em pós-operatório tardio de transplante renal (14 anos, fazendo uso de medicações imunossupressoras. Evolui com quadro de dor abdominal, perda do peso e diarréia não sanguinolenta na fase inicial, necessitando de hospitalização, durante a qual desenvolveu severos quadros de hematoquezia e hipotensão. Submetida a colonoscopia que revelou mucosa de aspecto friável, com úlceras do tipo aftóides, fibrina e formação de pseudopólipos; a biopsia revelou tratar-se de citomegalovírus. Evolui sem melhora com o uso do foscarnet r, necessitando de tratamento cirúrgico, indo a óbito após 5 dias.Cytomegalovirus infection frequently develops in immunocompromised patients, either in post-transplanted patients or in patients with diseases that affects the immune system, such as AIDS; we present a case of a 49 year old female patient in late post surgery (14 years of a kidney transplant, using immunosuppressing medication. The patient presented abdominal pain, weight loss and initial diarrhea, she was hospitalized and developed severe hematochezia and hypotension. The patient was submitted to a colonoscopy and presented friable aspect mucosa, with aphthoid ulcers, fibrin and pseudopolyp formation; biopsy revealed cytomegalovirus. Her condition did not improve after the use of foscarnet, and surgical treatment was necessary. The patient died 5 days later.

  8. Correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical em mulheres com queixa de dor cervical Correlation between head posture, pain and disability index neck in women with complaints of neck pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Corrêa Soares

    2012-03-01

    Full Text Available A dor cervical é o sintoma mais comum das disfunções cervicais, frequentemente relacionado à manutenção de posturas inadequadas. As alterações posturais da cabeça estão associadas à ocorrência de dor cervical, sendo a anteriorização a alteração mais comum. O objetivo foi investigar a correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical - neck disability index (NDI. O grupo estudo (GE foi composto por mulheres na faixa entre 20 e 50 anos com queixas de dor cervical por mais de três meses, e o grupo controle (GC, por mulheres assintomáticas. A intensidade da dor foi avaliada pela escala visual analógica (EVA, a incapacidade pelo NDI e a postura da cabeça pelo ângulo craniovertebral (CV. A normalidade dos dados foi verificada pelo teste de Lilliefors, e a comparação entre os grupos pelo teste t de Student para amostras independentes e a associação entre as variáveis pela correlação de Spearman. O nível de significância foi de 5%. O GE apresentou médias menores para o ângulo CV (p=0,02. O ângulo CV demonstrou correlação negativa com a EVA (r=-0,48 e o NDI (r=-0,15, sugerindo que quanto menor o ângulo, maior a intensidade da dor e a incapacidade cervical. O NDI e a EVA apresentaram correlação positiva (r=0,59. O ângulo CV em indivíduos com dor cervical foi significativamente menor que em assintomáticos, apresentando correlação moderada com o NDI e a dor.Neck pain is the most common symptom of cervical dysfunctions often being related to the maintenance of postures. Postural changes of the head are often associated with the occurrence of neck pain with an anterior approach was the most frequent. The purpose was to investigate the correlation between head posture, pain intensity and neck disability index. The study group (SG was composed of women, aged between 20 and 50 years who complained of neck pain for more than three months, and the control group (CG for

  9. Candidíase em pacientes aidéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.E.O.P. Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Trinta e cinco aidéticos entre 19 e 55 anos admitidos e tratados de candidíase no Hospital Emílio Ribas, SP, com ELISA positivo para HIV e confirmado pelo Western Blot. Tuberculose em 9 sendo 2 com pericardite; neurotoxoplasmose em 6; neurocriptococose em 5; herpes labial em 4; pneumocistose em 3 e sarcoma de Kaposi em 2, achavam-se associadas. A concentração inibitória mínima 50% (MIC 50% para os azoles foi: ketoconazol= 2,2 µg/ml; itraconazol- 21,0 µg/ml; fluconazol = 19,0 µg/ml. O MIC 50% para ospolienos: nistatina- 50,0 µg/ml; anfotericina B= 0,12 µg/ml e para 5 fluorcitosina= 1,6 µg/ml nas 35 amostras de Candida isoladas. Testes não paramétricos de Siegel revelaram significante identificação (80% das Candida albicans na candidíase, e que a dose de AMB não modificou o número de óbitos, precoce e tardio, ocorridos nesses aidéticos. O uso prévio dos azoles e da nistatina explicaria, talvez, o elevado MIC 50% observado nas amostras de Candida isoladas.A total of 35 in patients admitted at Emilio Ribas Hospital - São Paulo, Brazil, with digestive candidiasis and AIDS clinical diagnostic were evaluated 10 month later, being 29 male and 6 female; white outnumbering black with age ranged from 30 to 50 years old. Agar Sabouraud culture and tube germinative tests identified 28 (80% Candida albicans out 35 strains. Minimum inhibitory concentration (MIC 50% was against azoles (ketoconazole= 2.2 µg/ml; itraconazole = 21.0 µg/ml and fluconazole- 19.0 µg/ml; polyenes (ny statine - 50.0 µg/ml and amphotericin B= 0.12 µg/ml and 5 fluorcytosine= 1.6µg/ml. Siegeltests showed significant Candida albicans proportions in strains isolated from 35 AIDS patients. There was no significant relation between AMB dosis and early or late death. Conclusions: candidiasis in AIDS patients showed high MIC 50% to azoles and nystatine and significant Candida albicans proportion in all strains isolated from AIDS patients. Previous amphotericin B

  10. Desfechos da gestação em pacientes com dermatomiosite e polimiosite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Sayuri Missumi

    2015-04-01

    Full Text Available Introdução: Há poucos estudos que descrevem a gravidez em pacientes com dermatomiosite/polimiosite. São, em grande parte, limitados a relatos de casos ou estudos com amostras pequenas. Objetivos: Analisar a gestação em uma grande amostra de pacientes com dermatomiosite/polimiosite e os desfechos naquelas que engravidaram durante ou depois do início da doença. Métodos: Foram analisados 98 pacientes do sexo feminino com miopatias inflamatórias idiopáticas (60 com dermatomiosite e 38 com polimiosite. Elas foram entrevistadas entre junho de 2011 e junho de 2012 para coletar seus antecedentes obstétricos e dados demográficos. Resultados: Tinham antecedentes obstétricos 78 (79,6% das 98 pacientes. Seis pacientes compolimiosite e nove com dermatomiosite engravidaram após o início da doença. O desfecho da gravidez nessas pacientes foi bom, exceto nos seguintes casos: um de reativação da doença, um de retardo do crescimento fetal, um de diabetes mellitus, um de hipertensão arterial, um de hipotireoidismo e dois de aborto (mesma paciente. Além disso, duas pacientes desenvolveram dermatomiosite durante a gravidez e quatro (duas polimiosite e duas dermatomiosite durante o período pós-parto, com bom controle a seguir com glucocorticoidese terapia imunossupressora. Conclusões: Os eventos obstétricos adversos estiveram relacionados com as intercorrências clínicas e a gravidez não parece levar especificamente a um pior prognóstico na doença (por exemplo: recidiva. Além disso, a dermatomiosite ou polimiosite de início durante a gestaçãoou no período pós-parto apresentou boa evolução depois do tratamento farmacológico.

  11. Recuperação funcional em cães com doença do disco intervertebral toracolombar sem percepção à dor profunda: 37 casos (2002-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.P. Santos

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a recuperação funcional de 37 cães com diagnóstico de doença do disco intervertebral (DDIV toracolombar, sem percepção da dor profunda superior a 48 horas e não submetidos ao tratamento cirúrgico. Os dados identificados foram: raça, idade, sexo, localização da lesão, perda da percepção da dor profunda, duração dos sinais clínicos, recuperação funcional, retorno da percepção da dor profunda, recidivas, eutanásias ou morte. Foi observada recuperação funcional em 11 cães (55%, sendo seis deles entre 30 e 60 dias após o início dos sinais clínicos. Dos onze cães que tiveram recuperação funcional satisfatória, dois (18% não tiveram retorno da percepção à dor profunda. Pode-se concluir que cães com diagnóstico de DDIV sem percepção à dor profunda superior a 48 horas e não submetidos ao tratamento cirúrgico podem apresentar recuperação funcional satisfatória e são necessários, no mínimo, 30 dias do início dos sinais clínicos para estabelecer um prognóstico quanto ao retorno dos movimentos voluntários.

  12. Manifestações bucais em pacientes com hipogamaglobulinemia

    OpenAIRE

    Karin Sá Fernandes

    2010-01-01

    A hipogamaglobulinemia é uma alteração da imunidade humoral caracterizada por baixos níveis séricos de anticorpos podendo ter causas primárias e secundárias. Estes pacientes apresentam uma susceptibilidade a infecções bacterianas de repetição ou crônicas, principalmente do trato respiratório. Além disso, há alta prevalência de doenças gastrointestinais infecciosas e inflamatórias, hepatite C, doenças auto-imunes, doenças linfoproliferativas e granulomatosas. Ainda que a doença seja conhecida ...

  13. Acupuntura na fibromialgia: um estudo randomizado-controlado abordando a resposta imediata da dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebecca Saray Marchesini Stival

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Avaliar a eficácia da acupuntura no tratamento da fibromialgia, considerando-se como desfecho primário a resposta imediata da escala visual analógica (VAS para avaliação da dor. Material e métodos Estudo randomizado, controlado e duplo-cego incluindo 36 pacientes portadores de fibromialgia (ACR 1990 selecionados no ambulatório de Reumatologia da Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, PR. Vinte e um pacientes foram submetidos a uma sessão de acupuntura, nos moldes da Medicina Tradicional Chinesa, e 15 pacientes foram submetidos a um procedimento placebo (acupuntura sham. Para avaliação da dor, os indivíduos preencheram uma Escala Visual Analógica (VAS antes e imediatamente após o procedimento proposto. As médias na variação da VAS foram comparadas entre os grupos. Resultados A variação entre o valor da EVA final e da EVA inicial foi de –4,36±3,23 (P=0,0001 no grupo de tratamento e de –1,70±1,55 no grupo de controle (P=0,06. A diferença na amplitude de variação da EVA (EVA inicial – final entre os grupos favoreceu o procedimento verdadeiro (P=0,005. O tamanho de efeito (effect size – ES para o grupo de tratamento foi de d=1,7, o que é considerado um efeito grande. Embora com uma amostra reduzida, seu poder estatístico para esses resultados foi bastante relevante (94,8%. Conclusão A acupuntura mostrou ser eficaz na redução imediata da dor em pacientes portadores de fibromialgia, com um tamanho de efeito (effect size bastante significativo.

  14. Neurocisticercose: diagnóstico tomográfico em pacientes neurológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    NARATA ANA P.

    1998-01-01

    Full Text Available Neurocisticercose (NC é a parasitose mais comum do sistema nervoso central no nosso meio. Foram analisadas 3093 tomografias computadorizadas (TC de 2554 pacientes neurológicos durante o período de um ano. A maioria dos pacientes era procedente de Curitiba (77,3%. 1821 (58,9% das TC foram normais. Do total destes pacientes, 236 (9,2% possuíam achados tomográficos compatíveis com NC; a proporção feminino:masculino foi 1,6:1. Duzentos e dezenove casos (92,8% apresentavam a forma inativa, 13 (5,5% ativa, 3 (1,3% ambas, e apenas 1 caso a forma racemosa. Calcificações intraparenquimatosas foram o achado mais comum (89%. Cefaléia foi o achado clínico mais frequente (35,5%, seguida de epilepsia isolada (20,9% ou associada a outros achados neurológicos (9%. Achados tomográficos compatíveis com NC, especialmente a forma inativa, são achados relativamente comuns em uma população não selecionada de pacientes neurológicos. Com exceção parcial dos pacientes epilépticos, a relação destes achados com o quadro clínico neurológico deve ser cuidadosamente analisada individualmente, pois a presença casual de calcificações isoladas intraparenquimatosas ocorre em uma proporção significativa de pacientes com queixas ou doenças neurológicas sem relação com a NC.

  15. Anestesia em paciente com Xeroderma Pigmentoso: relato de caso Anestesia en paciente con Xeroderma Pigmentoso: relato de caso Anesthesia in patient with Xeroderma Pigmentosum: case report

    OpenAIRE

    Carlos Rogério Degrandi Oliveira; Luciana Elias; Ana Cláudia de Melo Barros; Diogo Brüggemann da Conceição

    2003-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O Xeroderma Pigmentoso é uma doença autossômica recessiva rara, caracterizada pelo desenvolvimento prematuro de neoplasias devido à extrema sensibilidade à radiação ultravioleta. Estas manifestações ocorrem por falha no mecanismo de excisão e reparo do DNA. Se comparados a indivíduos normais, estes pacientes apresentam risco 1000 vezes maior de desenvolver neoplasias em áreas expostas ao sol. O objetivo deste relato é apresentar a conduta anestésica em uma paciente ...

  16. Letalidade e internacoes de pacientes em hemodialise em plano de saude

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Adriano Loureiro Bersan

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar desfechos clínicos de pacientes incidentes em hemodiálise vinculados a operadora de plano de saúde. MÉTODOS: Estudo de coorte de incidentes em hemodiálise em Belo Horizonte, MG, de 2004 a 2008, a partir de registros no banco de dados de operadora de planos de saúde. Variáveis independentes: sexo, idade, tempo entre primeira consulta com nefrologista e início da hemodiálise, tipo do primeiro acesso vascular, diabetes mellitus, tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento e óbito. Variáveis dependentes: tempo entre início da hemodiálise e óbito e tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento > 7,5 dias. Análise estatística: teste Qui-quadrado de Pearson na análise univariada para os desfechos óbito e tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento; método de Kaplan-Meier para análise de sobrevida; modelo de Cox e regressão Poisson para risco de óbito e chance de tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento > 7,5 dias. Foi utilizada ferramenta de Business Intelligence para extração dos dados e software Stata(r 10.0. RESULTADOS: Estudados 311 indivíduos em hemodiálise, 55,5% homens, média de 62 anos (dp: 16,6 anos. A prevalência aumentou 160% no período estudado. Na análise de sobrevivência a mortalidade foi maior entre os mais idosos, nos que não realizaram consulta com nefrologista, fizeram uso de cateter vascular temporário como primeiro acesso, com diabetes mellitus, nos que foram internados no mesmo mês do início da hemodiálise. No modelo de Cox associaram-se a maior risco para óbito a idade avançada, diabetes mellitus, não realizar consulta prévia com nefrologista e internar-se no primeiro mês de hemodiálise. Maior tempo de permanência hospitalar/ano de tratamento não se associou ao sexo e diabetes. As variáveis não foram significativas na regressão Poisson. CONCLUSÕES: A avaliação pelo especialista antes do início da hemodiálise diminui o risco de

  17. Estudo da qualidade de vida em pacientes com disfunção temporomandibular e cefaleias primárias

    OpenAIRE

    Castanharo, Sabrina Maria [UNESP

    2011-01-01

    Disfunção temporomandibular (DTM) representa a condição mais comum de dor músculo-esquelética crônica orofacial e abrange vários problemas clínicos que envolvem a musculatura da mastigação, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas ou ambas. As cefaleias, principalmente as primárias, aparecem frequentemente associadas à DTM. Estudos apontam que estas condições dolorosas crônicas podem comprometer diferentes aspectos da qualidade de vida dos pacientes, no entanto, ainda não...

  18. Características da dor neuropática em pessoas com lesão medular traumática

    OpenAIRE

    Silva,Viviana Gonçalves

    2015-01-01

    Introdução: A lesão medular traumática é uma alteração nas estruturas do canal medular, podendo ocasionar modificações motoras, sensitivas, autonômicas e psicoafetivas. É geralmente decorrente de acidentes de trânsito, mergulhos, quedas e arma de fogo. A dor crônica é um dos maiores problemas nas pessoas com lesão medular, sendo a dor neuropática a mais frequente. Os mecanismos de desenvolvimento da dor neuropática são pouco compreendidos, sendo seu manejo considerado difícil. Objetivo: Conhe...

  19. Diagnósticos de enfermagem em pacientes diabéticos em uso de insulina Diagnósticos de enfermería para pacientes diabeticos en uso de la insulina Nursing diagnoses for diabetic patients using insulin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tânia Alves Canata Becker

    2008-12-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo descritivo exploratório que tem como objetivo identificar os diagnósticos de enfermagem em pacientes diabéticos em uso de insulina, através de estudo de casos múltiplos. Os dados foram obtidos pelo pesquisador por meio de exame físico e a técnica de entrevista dirigida baseada na Teoria de Autocuidado de Orem. Após a coleta de dados, procedeu-se a identificação dos diagnósticos de enfermagem nomeados de acordo com a Taxonomia II da NANDA, utilizando o processo de raciocínio diagnóstico de Risner. Identificou-se seis diagnósticos com freqüência superior a 50%: integridade da pele prejudicada (100%, risco para infecção (100%, comportamento de busca de saúde (57,2%, padrão do sono perturbado (57,2%, dor crônica (57,2% e risco para disfunção neurovascular periférica (57,2%. Destaca-se a pertinência da aplicabilidade do processo de enfermagem baseado em Orem para identificação dos requisitos de autocuidado com maior demanda e a importância do planejamento do cuiadado de enfermagem prestado a essa clientela.Estudio de tipo descriptivo-exploratorio, cuyo objetivo fue identificar los diagnósticos de enfermaría en pacientes diabéticos en uso de la insulina, a través de estudio de caso múltiplos. Los datos fueron recogidos por el investigador por medio de la examinación física y de la técnica de la entrevista dirigida en el instrumento basado en la Teoría del Autocuidado de Orem. Después de la recogida de datos, de acuerdo con procedido él la identificación a los diagnósticos de la NANDA, usando el proceso del razonamiento de diagnóstico de Risner. Los diagnósticos de enfermería, identificados segundo Taxonomia II de la NANDA con frecuencia superior a 50,0% fueron seis: integridad de piel perjudicada (100%, riesgo para infección (100%, comportamiento de busca de la salud (57,2%, disturbio del sueño (57,2%, dolor crónico (57,2% riesgo para disfunción neurovascular periférica (57,2, fue

  20. Controlo da dor crónica em cuidados paliativos com TENS e comunicação

    OpenAIRE

    Ferreira, Elisa Maria Gonçalves

    2013-01-01

    Relatório de prática clínica apresentado à Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de mestre em Cuidados Paliativos. Este relatório reporta ao estágio realizado no âmbito da Prática Clínica 1º Mestrado em Cuidados Paliativos da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, que decorreu no período entre Fevereiro e Maio. Pretende salien...

  1. Atuação da enfermeira na cordotomia cervical percutânea para controle da dor oncológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Iksilara

    2003-04-01

    Full Text Available A dor oncológica é, freqüentemente, progressiva e incapacitante. Um terço dos pacientes em tratamento e dois terços dos pacientes com doença avançada referem ter dor. Os tratamentos iniciam-se com medicações analgésicas não opióides e drogas adjuvantes, passando para opióides com aumento progressivo das doses e procedimentos neurocirúrgicos, quando há indicação. Cordotomia cervical percutânea é um procedimento neurocirúrgico para tratamento da dor oncológica unilateral, especialmente em extremidades, que proporciona alívio imediato e baixa morbidade. A participação da enfermeira na efetividade desse tratamento tem sido imprescindível, razão pela qual a autora resolveu relatar a experiência, pouco freqüente em trabalhos publicados em nosso meio.

  2. Descompressão intradiscal lombar percutânea para tratamento de dor discogênica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonas Lenzi de Araujo

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar a segurança e os desfechos clínicos de procedimentos de descompressão intradiscal percutânea em pacientes com dor discogênica nos quais houve falha do tratamento conservador. Procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos são uma tendência de tratamento. METODOS: Estudo retrospectivo com descrição dos desfechos clínicos de pacientes tratados com NucleoplastyTM e DeKompressorTM, com seguimento de 5 anos. RESULTADOS: Trinta e quatro (n = 34 pacientes foram submetidos a descompressão intradiscal com seguimento mínimo de 5 anos, 21 obtiveram resolução do quadro álgico, 8 foram submetidos a artrodese intersomática lombar, um foi submetido a discectomia cirúrgica e 4 apresentam dor lombar residual. Não ocorreram eventos adversos. CONCLUSÃO: Foi demonstrada a mesma segurança obtida em outros trabalhos que também avaliaram o uso da zona triangular de segurança para procedimentos percutâneos. O índice de sucesso com o procedimento percutâneo assemelha-se a outros estudos mais recentes publicados em uma metanálise. A realização de estudos comparativos, prospectivos e controlados será útil para definir melhor a efetividade dos procedimentos percutâneos.

  3. Diagnósticos de enfermagem identificados em pacientes transplantados renais de um hospital de ensino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Soares Josino da Silva

    2009-06-01

    Full Text Available O transplante de órgãos constitui uma última esperança de sucesso na recuperação de doenças em estágio terminal. AEnfermagem participa de forma atuante desde a captação do órgão até as consultas no ambulatório após o transplante,exigindo pessoal capacitado. Esse trabalho tem por objetivos identificar os principais diagnósticos de enfermagem empacientes transplantados renais, em uma unidade de internação de um hospital de ensino no município de Fortaleza-Ce, epropor intervenções baseadas nas reais necessidades desses pacientes. Estudo descritivo-exploratório, de naturezaqualitativa. A população foi constituída por pacientes transplantados em pós-operatório mediato e com complicações póstransplante,sendo a amostra de doze pacientes. A coleta dos dados ocorreu através da aplicação de um histórico deenfermagem e para a análise foi abordada a seqüência das etapas do PE, utilizando-se a taxonomia II da NANDA. Foramidentificados dezessete diagnósticos de enfermagem, o que permitiu a elaboração de intervenções baseadas nas reaisnecessidades desses pacientes. Acreditamos que, as intervenções sugeridas fundamentadas com referencial teórico, serão desuma importância para a prática dos enfermeiros que trabalham nessa área, e principalmente no hospital em questão.

  4. Desigualdades contextuais e individuais da prevalência de dor dentária em adultos e idosos no Brasil Contextual and individual inequalities in dental pain prevalence among Brazilian adults and elders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco A. Peres

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi conhecer a prevalência de dor dentária e fatores associados em adultos e idosos residentes nas capitais brasileiras usando os dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL, de 2009 (n = 54.367. Dor dentária foi a variável dependente. Macrorregião, idade, sexo, raça, escolaridade, posse de plano de saúde, tabagismo e consumo de refrigerantes foram as variáveis exploratórias. Foram realizadas regressões de Poisson multinível. A prevalência de dor dentária foi de 15,2%; Macapá e São Luís apresentaram prevalências maiores que 20% enquanto em todas as capitais do Sul e Sudeste, em Cuiabá, Campo Grande, Maceió, Recife e Natal foram encontradas prevalências menores que 15%. Residentes no Norte e Nordeste, mulheres, pretos e pardos, aqueles que não possuem plano de saúde, tabagistas e consumidores de refrigerantes apresentaram as maiores prevalências de dor dentária. A dor dentária é um problema de saúde pública que deve ser monitorado pelos sistemas de vigilância em saúde.This study aimed to assess the prevalence of dental pain among adults and older people living in Brazil's State capitals. Information was gathered from the Telephone Survey Surveillance System for Risk and Protective Factors for Chronic Diseases (VIGITEL in 2009 (n = 54,367. Dental pain was the outcome. Geographic region, age, gender, race, schooling, private health coverage, smoking, and soft drink consumption were the explanatory variables. Multilevel Poisson regression models were performed. Prevalence of dental pain was 15.2%; Macapá and São Luís had prevalence rates greater than 20%; all capitals in the South and Southeast, plus Cuiabá, Campo Grande, Maceió, Recife, and Natal had prevalence rates less than 15%. Factors associated with increased prevalence of dental pain were the North and Northeast regions, female gender, black/brown skin

  5. O familiar acompanhante como estimulo comportamental de pacientes internados em terapia intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veronica Lopes Louzada Vidal

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivos deste estudo foram levantar as expressões verbais e não verbais presentes no comportamento do paciente antes, durante a inserção e permanência do familiar acompanhante no centro de terapia intensiva, e analisar comparativamente as alterações comportamentais do paciente durante esses momentos da internação. MÉTODO: O cenário foi o centro de terapia intensiva de um hospital no Rio de Janeiro, conveniado com o Sistema Único de Saúde (SUS. A abordagem qualitativa resultou da observação livre sobre o comportamento de cinco pacientes e registros em diário de campo durante três dias consecutivos. Priorizou-se observação do paciente no primeiro dia de internação e após a inserção ininterrupta do familiar acompanhante por três dias consecutivos. RESULTADOS: As mudanças nas reações verbais e não verbais do paciente após os estímulos gerados pela presença do familiar variaram de ausência de fala e movimentos, passividade no agir, a reações de aceitação dos procedimentos, comunicação cinésica ampliada e maior participação no cuidado.

  6. Freqüência de dermatoses infecciosas em 208 pacientes transplantados renais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vettorato Gérson

    2003-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Nos pacientes transplantados renais, a imunossupressão crônica acarreta maior suscetibilidade às dermatoses infecciosas. OBJETIVOS: avaliar a freqüência de dermatoses infecciosas em 208 pacientes transplantados renais no período de 12 meses e verificar a relação entre sua ocorrência e o período de tempo transcorrido desde o transplante. MÉTODO: 208 transplantados renais de uma população de 720 pacientes foram submetidos a exame dermatológico no período de um ano, tendo sido realizados exames anatomopatológico micológico, bacteriológico e/ou cultural das lesões suspeitas. RESULTADOS: a freqüência de dermatoses infecciosas nessa população foi de 89,4%. As infecções fúngicas, virais, bacterianas e parasitárias mais freqüentes foram pitiríase versicolor (17,8%, verruga vulgar (32,2%, foliculite (4,3% e escabiose (3,8%. CONCLUSÃO: as dermatoses infecciosas são freqüentes nos pacientes transplantados renais, e sua ocorrência aumenta progressivamente conforme o tempo transcorrido a partir do transplante, sendo importante o acompanhamento dermatológico desses pacientes.

  7. Qualidade de vida em pacientes hipertensos e validade concorrente do Minichal-Brasil

    OpenAIRE

    Melchiors, Ana Carolina; Correr,Cassyano Januário; Pontarolo, Roberto; Santos,Felipe de Oliveira de Souza; Rodrigo Augusto de Paula e Souza

    2010-01-01

    FUNDAMENTO: Os questionários de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) são instrumentos de medidas de resultados humanísticos tanto em estudos clínicos quanto em farmacoeconômicos. No entanto, eles devem ter seus parâmetros psicométricos avaliados, de forma a refletir a avaliação subjetiva individual da qualidade de vida. OBJETIVOS: Descrever o perfil de qualidade de vida dos pacientes hipertensos e avaliar a validade concorrente do instrumento Minichal-Brasil, comparando com o instrume...

  8. Efeitos da sondagem nasogástrica em pacientes com acidente cerebrovascular e disfagia

    OpenAIRE

    2014-01-01

    O estudo teve por objetivo analisar os efeitos da sondagem gástrica em pacientes com acidente vascular cerebral e disfagia. Revisão sistemática da literatura, realizada em seis bases de dados, com os descritores stroke e intubation, gastrointestinal. Foram encontrados 120 estudos e selecionados três ensaios clínicos. Os resultados apontaram diferentes desfechos, entre os quais: aumento do nível sérico de albumina (gastrostomia), prognóstico ruim e risco...

  9. Alta parasitemia pelo Trypanosoma cruzi em paciente com lupus eritematoso sistêmico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos-Neto Leopoldo Luiz dos

    2003-01-01

    Full Text Available É descrito um caso de doença de Chagas com alta parasitemia pelo Trypanosoma cruzi em paciente com lupus eritematoso sistêmico. O xenodiagnóstico foi útil na identificação da parasitemia e o benznidazol foi capaz de reduzir a alta e incomum parasitemia. Em indivíduos com doenças auto-imunes e immunossuprimidos, o benznidazol pode ser uma alternativa no controle da alta parasitemia por Trypanosoma cruzi.

  10. Infecções fúngicas em pacientes pediátricos portadores de neoplasias

    OpenAIRE

    Maria Rabelo de Carvalho, Ana

    2008-01-01

    Infecções fúngicas são freqüentes em pacientes com neoplasias, principalmente as crianças, devido à imaturidade do sistema imunológico e quando fazem uso de terapêuticas invasivas, internamento prolongado e medicamentos imunossupressores. O presente estudo teve como objetivos diagnosticar infecções fúngicas em crianças com câncer e relatar as espécies isoladas correlacionando com o tipo de câncer. Foram realizadas coletas no Hospital Universitário Oswaldo Cruz/ Centro de Oncologia...

  11. Mecanismos e fatores associados aos sintomas gastrointestinais em pacientes com diabetes melito

    OpenAIRE

    Mônica Loureiro Celino Rodrigues; Maria Eugênia Farias Almeida Motta

    2012-01-01

    OBJETIVOS: Apresentar a frequência, os principais fatores causadores dos sintomas gastrointestinais em pacientes portadores do diabetes melito e controvérsias quanto à sua ocorrência em crianças e adolescentes. FONTES DOS DADOS: Revisão não sistemática nas bases de dados MEDLINE/PubMed e SciELO (1983-2011), além de capítulos de livros relevantes. Foram selecionados os artigos mais atuais e representativos do tema. SÍNTESE DOS DADOS: A prevalência do diabetes melito vem aumentando ao longo dos...

  12. Perfil antropométrico e a relação da flexibilidade com a dor e desconforto em trabalhadores da indústria de Santa Cruz do Sul – RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrik Nepomuceno

    2016-10-01

    Full Text Available Trabalhadores industriários estão expostos a diversas situações que podem agravar a sua saúde. A promoção da saúde no trabalho é de extrema importância e exige intervenção interdisciplinar. Objetivo: identificar o perfil antropométrico e a relação de flexibilidade com a presença de dor e desconforto em trabalhadores da indústria do município de Santa Cruz do Sul, RS. Método: Trata-se de um estudo transversal com trabalhadores industriários. Na avaliação antropométrica foram analisados índice de massa corporal e percentual de gordura, já para a flexibilidade foram realizados os testes do manguito rotador e sentar e alcançar. A dor e desconforto foi identificada através de uma figura do corpo humano onde eles referiam estes sintomas. Resultados: a maioria dos industriários apresentam excesso de peso (56,4% e bom percentual de gordura (49,2%, porém possuem resultados inadequados de flexibilidade de ombro (71,0% e parte posterior de tronco e pernas (64,6% e presença de dor e desconforto em ombros (50% e costas (26,6%. Ao relacionar a flexibilidade com a presença de dor e desconforto, percebe-se que as variáveis não se relacionam diretamente. Considerações finais: o perfil dos trabalhadores da indústria se caracteriza por excesso de peso, baixa aptidão na flexibilidade e presença de dor e desconforto. Sobre a dor e desconforto observa-se uma tendência de associação entre níveis de flexibilidade inadequada e a presença destes sintomas.

  13. Avaliação clínica da dor e sensibilidade cutânea de pacientes submetidas à dissecção axilar com preservação do nervo intercostobraquial para tratamento cirúrgico do câncer de mama Clinical evaluation of pain and cutaneous sensitivity in patients with preservation of intercostobrachial nerve during the axillary dissection for breast cancer treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Duarte Pimentel

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a dor e a sensibilidade cutânea superficial no dermátomo do nervo intercostobraquial (NICB em pacientes submetidas à dissecção axilar com preservação do NICB para tratamento cirúrgico do câncer de mama. MÉTODOS: realizamos estudo tipo coorte prospectivo de 77 pacientes divididas em Grupo NP (n=34, sem preservação do NICB, e Grupo ICB (n=43, com preservação do NICB. A sensibilidade cutânea foi avaliada um ano após a cirurgia, empregando-se: 1 questionário modificado de McGill; 2 exame clínico incluindo perimetria braquial, pesquisa de sensibilidade táctil e dolorosa; 3 aplicação dos monofilamentos de Semmes-Weinsten que permitem avaliar de forma objetiva, qualitativa e quantitativamente, lesões de nervo periférico. Para análise estatística, foram usados os testes do chi2, Kruskal-Wallis e exato de Fisher. RESULTADOS: a dor foi relatada com maior freqüência pelas pacientes do Grupo NP (23/33 do que pelas pacientes do Grupo ICB (17/42; p=0,012. A sensibilidade dolorosa estava preservada na maioria das pacientes do Grupo ICB (38/42 e em apenas 11/33 do Grupo NP (pPURPOSE: loss of cutaneous sensitivity has been related to lesions of the intercostobrachial nerve (ICBN during the axillary lymph node dissection for breast cancer treatment. We evaluated pain and cutaneous sensitivity in the ICBN dermatome of patients in which the nerve was preserved during the axillary dissection. METHODS: we carried out a prospective cohort study of 77 patients divided into: NP group (n=34, patients without ICBN preservation, and ICB group (n=43, patients in which the nerve was preserved. Cutaneous sensitivity was evaluated one year after surgery using 1 a modified McGill Pain Questionnaire; 2 clinical examination including brachial perimetry and evaluation of pain and tactile sensitivity; 3 Semmes-Weinstein monofilaments which allow an objective, qualitative, and quantitative evaluation of peripheral nerve lesions. RESULTS

  14. Interacoes medicamentosas potenciais em pacientes com doenca renal cronica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Batista Marquito

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: Interações medicamentosas (IMs são frequentes na prática clínica e estão diretamente relacionadas a fatores como polifarmácia, idade avançada e deficiência na metabolização e excreção de fármacos. Indivíduos com doença renal crônica (DRC comumente utilizam diversas classes de medicamentos, constituindo um importante grupo de risco para IMs. Objetivo: Identificar potenciais interações entre medicamentos prescritos a renais crônicos em tratamento conservador, e fatores associados a sua ocorrência. Métodos: Estudo observacional transversal, com análise de 558 prescrições. O potencial interativo dos medicamentos foi traçado tendo como suporte a base de dados MICROMEDEX®, software que disponibiliza farmacopeias conhecidas internacionalmente. Resultados: Houve predomínio de indivíduos do sexo masculino (54,7%, idosos (69,4%, no estágio 3 da DRC (47,5%, com sobrepeso e obesos (66,7%. As comorbidades mais prevalentes foram a hipertensão arterial sistêmica (68,5% e o diabetes mellitus (31,9%. IMs potenciais foram detectadas em 74,9% das prescrições. De um total de 1.364 IMs detectadas, 229 (16,8% foram de gravidade maior e 5 (0,4% contraindicadas, com necessidade de intervenção imediata. Interações de gravidade moderada ou menor foram identificadas respectivamente em 1.049 (76,9% e 81 (5,9% das prescrições. Observou-se que a probabilidade de ocorrência de uma IM aumentou em 2,5 vezes para cada medicamento adicional (IC = 2,18-3,03. Obesidade, diabetes, hipertensão e estágio avançado da DRC foram fatores de risco fortemente associados para ocorrência de IM. Conclusão: A associação de medicamentos em indivíduos com DRC relacionou-se com alta prevalência de IMs potencialmente graves, especialmente nos estágios mais avançados da doença.

  15. Avaliação de risco para úlcera por pressão em pacientes críticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Sampaio Latini Gomes

    2011-04-01

    Full Text Available Pacientes acamados apresentam risco de desenvolver úlceras por pressão e representam um grupo prioritário para o estudo e identificação deste agravo. Para tal, utilizam-se instrumentos de avaliação específicos para o problema. O objetivo deste estudo foi analisar os fatores de risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão em pacientes adultos internados em CTIs. Trata-se de um estudo seccional analítico no qual foram avaliados 140 pacientes, internados em 22 CTIs, utilizando-se a escala de Braden. Os resultados mostraram que pacientes internados por 15 dias ou mais apresentavam alguma categoria de risco. As maiores freqüências de úlcera por pressão foram encontradas em pacientes que estavam nas categorias: percepção sensorial (completamente limitado, umidade (constantemente úmida, mobilidade (completamente imobilizado, atividade (acamado, nutrição (adequado e fricção e cisalhamento (problema. Conclui-se que a utilização dessa escala traduz-se em estratégia importante no cuidar de pacientes em terapia intensiva.

  16. INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM AOS PACIENTES ONCOLÓGICOS EM CUIDADOS PALIATIVOS INTERNADOS EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Fernandes de Oliveira

    2016-01-01

    Full Text Available Câncer é um sério problema de saúde. Os pacientes oncológicos são submetidos a longos períodos de internação e medo constante da morte, principalmente quando esses pacientes estão em cuidados paliativos. A assistência de enfermagem aos pacientes em cuidados paliativos é permeada por dificuldades e obstáculos, dentre eles destaca-se os intitucionais e pessoais. Lidar com uma doença crônica como o câncer e o óbito requer profissionais capacitados e comprometidos com o bem estar do pacientes e de seus familiares. As complicações decorrentes da doença ou do tratamento tornam esses pacientes potencialmente graves, sendo necessária em alguns casos a internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Os cuidados paliativos e a permanência dos pacientes oncológicos em UTI é para muitos controvérsio e motivo de descrédito e uma assistência restrita. Partindo dessa temática, objetivou-se descrever como as ações de enfermagem podem contribuir para um processo de morte digno aos pacientes oncológicos internados em uma UTI. Para atingir o objetivo optou-se por delineamento metodologico do tipo exploratório, descritivo, retrospectivo do tipo bibliográfico. Espera-se que esse estudo contribui para a assistência de enfermagem aos pacientes oncológicos em cuidados paliativos internados em UTI.

  17. Um Novo Indice de Doppler Tecidual para Prever Morte Cardiaca em Pacientes com Insuficiencia Cardiaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristian Mornos

    2014-01-01

    Full Text Available Fundamento: Foi demonstrado que um novo índice de Doppler Tecidual, E/(E'×S', incluindo a proporção entre a velocidade diastólica precoce transmitral e a do anel mitral (E/E', e a velocidade sistólica do anel mitral (S', tem uma boa precisão como preditor da pressão de enchimento do ventrículo esquerdo. Objetivo: Investigar o valor de E/(E'×S' para prever a morte cardíaca em pacientes com insuficiência cardíaca. Métodos: Foi realizado sucessivamente o ecocardiograma em 339 pacientes hospitalizados com insuficiência cardíaca, em ritmo sinusal, após tratamento médico adequado, no momento e um mês depois da alta. O agravamento de E/(E'×S' foi definido como um aumento do valor padrão. O ponto final foi a morte cardíaca. Resultados: Durante o período de acompanhamento (35,2 ± 8,8 meses, ocorreu a morte cardíaca em 51 pacientes (15%. O melhor valor mínimo para E/(E'× S' inicial na previsão da morte cardíaca foi de 2,83 (76% de sensibilidade, 85% de especificidade. No momento da alta, 252 pacientes (74,3% apresentaram E/(E'×S' ≤ 2,83 (grupo I, e 87 (25,7% apresentaram E/(E'×S' > 2,83 (grupo II, respectivamente. A morte cardíaca foi significativamente maior no grupo II em relação ao grupo I (38 mortes, 43,7% contra 13 mortes, 5,15%, p 2,83 no momento da alta e com um agravamento após um mês apresentaram o pior prognóstico (todos p < 0,05. Conclusão: Em pacientes com insuficiência cardíaca a relação E/(E'×S' é um poderoso preditor da morte cardíaca, especialmente quando esta estiver associada com o seu agravamento.

  18. Estrongiloidíase em pacientes com pênfigo foliáceo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Tavares-Neto

    1991-09-01

    Full Text Available Em 30 pacientes com pênfigo foliáceo, a freqüência da estrongiloidíase foi de 40,0%, através de três exames de Baermann-Moraes. No "Hospital do Pênfigo", em Uberaba, as freqüências da estrongiloidíase nos funcionários (n = 14 e escolares (n = 47 da Escola-creche, anexa, também foram altas, respectivamente 35,7% e 23,4%. Em 7 (58,3 % das 12 amostras do solo, do jardim/pátio do "Hospital", foram observadas formas de vida livre do Strongyloides stercoralis. O fator ambiental e a predisposição dos pacientes foram associados à alta transmissão da estrongiloidíase.In 30 patients with foliaceous pemphigus the frequency of strongyloidiasis was 40%, by three Baermann- Moraes examination. In the "Hospital do Penfigo", for patients with pemphigus of Uberaba, the frequencies of strongyloidiasis in the employees (n = 14 and students (n=47, of the annexed nursery, also were high, respectively 35.7 % and 23.4%. In 7(58.3 of 12 samples from the soil of the hospital courtyard were found free-life forms of Strongyloides. The environmental factor and the susceptibility of the pacients were associated with the high transmission of the strongyloidiasis.

  19. Variabilidade da frequência cardíaca em pacientes com Distrofia Miotônica tipo 1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Fregonezi

    2012-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O envolvimento cardíaco é comum em pacientes com Distrofia Miotônica (DM. A Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC é uma técnica simples e confiável que pode ser útil para estudar a influência do sistema nervoso autonômico sobre o coração. OBJETIVO: Estudar a variabilidade da frequência cardíaca em pacientes com DM tipo 1. MÉTODOS: Estudamos a VFC durante registros de 5 minutos em pacientes com DM em um grupo controle saudável. Analisamos os domínios da frequência (BF e AF em unidades normalizadas (un e balanço simpático-vagal, na posição sentada e em decúbito dorsal. RESULTADOS: Dezessete pacientes (10 homens e 7 mulheres e dezessete indivíduos pareados saudáveis (10 homens e 7 mulheres foram estudados. As modulações simpática e parassimpática do coração elevadas em pacientes do sexo masculino com DM da posição em decúbito dorsal para a posição sentada em 19% da AFun e a razão BF/AF aumentaram 42,3%. Na posição sentada, os pacientes do sexo masculino com DM apresentaram balanços simpático-vagal significativamente mais elevados em 50,9% em comparação com indivíduos controles saudáveis. A VFC foi influenciada tanto pelo sexo quanto pela enfermidade apresentada. O sexo influenciou a AFun na posição em decúbito dorsal, enquanto a razão BF/AF e AFun foi afetada em ambas as posições. Análises post hoc mostraram que o sexo afeta significativamente pacientes com DM e indivíduos saudáveis de diferentes maneiras (p < 0,01. O domínio de baixa frequência na posição sentada (AFun foi significativamente influenciado pela enfermidade. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo sugerem que o estímulo simpático em pacientes de meia-idade do sexo masculino com DM que não está gravemente comprometido e apresenta duração moderada da doença parece ser maior do que em indivíduos saudáveis pareados.

  20. Ação da placa miorrelaxante como redutor de estresse bucal e dor orofacial em trabalhadores

    OpenAIRE

    Cordoni, Rogério Reichert

    2002-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção A qualidade de vida vem sendo um fator primordial na vida das pessoas, que buscam alternativas para uma satisfação geral. Saúde, bem estar, moradia, bom salário e outros, geram boas expectativas para o futuro. No trabalho podemos observar o mesmo, a motivação é muito importante, e devem existir condições para que isto ocorra. Ou seja, a qualidade de vida ...

  1. Artroplastia total do quadril não cimentada em pacientes com artrite reumatóide Uncemented total hip arthroplasty in patients with rheumatoid arthritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Tavares Rabello

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados clínico-funcional e radiográfico das artroplastias totais do quadril não cimentadas em pacientes com artrite reumatóide. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 24 pacientes (28 quadris portadores de artrite reumatóide submetidos à artroplastia total do quadril, utilizando-se a prótese femoral não cimentada Secur Fit Osteonics®, com seguimento mínimo de dois anos. Clinicamente, os pacientes foram avaliados utilizando os critérios de Merle D'Aubigné, e os critérios de Engh, na avaliação radiográfica. RESULTADOS: O tempo médio de seguimento foi de 5,6 anos (dois anos a oito anos e 11 meses. Clinicamente, resultados bons e excelentes foram observados em 22 pacientes, com destaque para a melhora do parâmetro dor. Não foi evidenciado qualquer caso de afrouxamento. Complicações foram observadas em dois casos, um paciente apresentou trombose venosa profunda (TVP, comprovada com doppler, e um caso de fratura peroperatória distal ao calcar, tratada com cerclagem, sem repercussão na qualidade dos resultados clínico e radiográfico do paciente. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem, após seguimento médio de 5,6 anos, que a artroplastia total do quadril não cimentada pode ser opção satisfatória nas coxartroses de pacientes portadores de artrite reumatóide.OBJECTIVE: To analyze clinical, functional, and radiographic results of uncemented total hip arthroplasties in patients with rheumatoid arthritis. METHODS: Retrospective study of 24 patients (28 hips with rheumatoid arthritis submitted to total hip arthroplasty, using uncemented femoral prosthesis Secur Fit Osteonics®, with minimum follow-up of two years. The patients were clinically evaluated using the Merle D'Aubigné criteria and the Engh criteria in radiographic evaluation. RESULTS: Mean follow-up time was 5.6 years (two years to eight years and 11 months. Clinically, good and excellent results were observed in 22 patients, with emphasis on pain

  2. UTILIZAÇÃO DE ANTIMICROBIANOS EM PACIENTES HOSPITALIZADOS

    OpenAIRE

    Farias, Tânia de Sousa

    2007-01-01

    A descoberta dos antimicrobianos proporcionou a redução significativa das infecções e promoveu uma melhora significativa na qualidade de vida da população. Entretanto, essa realidade ocasionou o uso inadequado desses medicamentos e conseqüentemente o surgimento de cepas de bactérias resistentes à ação dos antibióticos. O uso clínico de antimicrobianos em hospitais tem conseqüências individuais e coletivas, pois afeta o indivíduo que faz uso desse fármaco, e a microbiota do ambiente hospitalar...

  3. Adiaspiromicose pulmonar: achado casual em paciente falecido de febre amarela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moraes Mário A.P.

    2001-01-01

    Full Text Available Durante um surto de febre amarela (forma rural da infecção instalado, em fins de 1999, no Estado de Goiás, Brasil, um enfermo, com sintomatologia suspeita, faleceu no Hospital Universitário de Brasília, DF, cinco dias após a admissão. À necropsia, microscopicamente, além das alterações hepáticas características da infecção, encontraram-se nos pulmões e linfonodos hilares, estruturas arredondadas, reconhecidas como adiaconídios de Emmonsia parva var. crescens.

  4. Toxoplasmose do sistema nervoso central em paciente sem evidência de imunossupressão: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Luciana Almeida

    2001-01-01

    Full Text Available O quadro clínico da toxoplasmose adquirida em pacientes imunocompetentes habitualmente não inclui manifestações neurológicas focais, o que é freqüente em pacientes imunodeprimidos, como aqueles com síndrome da imunodeficiência adquirida. Este trabalho tem como objetivo relatar o caso de uma paciente adulta que apresentou abscessos cerebrais por Toxoplasma gondii, sem evidência de qualquer fator causador de imunossupressão.

  5. Treinamento de músculos inspiratórios em pacientes com quadriplegia Inspiratory muscle training in quadriplegic patients

    OpenAIRE

    Janne Marques Silveira; Ada Clarice Gastaldi; Cristina de Matos Boaventura; Hugo Celso Souza

    2010-01-01

    OBJETIVO: Determinar se o treinamento de músculos inspiratórios pode aumentar a força e endurance desses músculos em pacientes com quadriplegia. MÉTODOS: Oito pacientes quadriplégicos (7 homens e 1 mulher) com lesão medular cervical entre C4 e C7 foram submetidos ao treinamento de músculos inspiratórios utilizando-se um resistor de carga linear ajustado em 30% da PImáx. As sessões de treinamento foram realizadas com os pacientes sentados 5 vezes por semana por 8 semanas. Tempo de endurance, P...

  6. Massa ventricular esquerda e índice cardiotorácico em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis Costa

    2014-04-01

    Full Text Available Introdução: A hipertrofia ventricular esquerda (HVE é um fator preditor independente de risco cardiovascular em pacientes com doença renal crônica (DRC em hemodiálise (HD. Objetivo: Mostrar a utilidade da radiografia de tórax no diagnóstico de HVE em pacientes com DRC em HD. Métodos: Estudo transversal que incluiu 100 pacientes (58 homens e 42 mulheres, idade média de 46,2 ± 14,0 anos, com DRC de todas as etiologias, há pelo menos seis meses em HD. Foram obtidos ecocardiograma e radiografia de tórax dos pacientes, sempre até uma hora após o término das sessões de HD. Resultados: A HVE foi detectada em 83 pacientes (83%, dos quais 56 (67,4% apresentavam o padrão concêntrico e 27 (32,6% a padrão excêntrico de HVE. Cardiomegalia - definida por índice cardiotorácico (ICT > 0,5 - esteve presente em 61 pacientes (61%. Foram os seguintes os valores de sensibilidade, especificidade e acurácia, respectivamente, para a variável ICT: 66,2%, 70,5% e 68,0%. A correlação de Pearson entre ICT e índice de massa do ventrículo esquerdo (IMVE foi de 0,552 (p < 0,05 e razão de verossimilhança positivo de 2,2. Conclusão: A radiografia de tórax é um exame seguro e útil como ferramenta diagnóstica de HVE em pacientes com DRC em HD.

  7. Prevalência da fragilidade entre os pacientes com doença renal crônica em tratamento conservador e em diálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Novais Mansur

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Fragilidade é um estado de vulnerabilidade fisiológica do paciente que se associa ao maior número de hospitalização e óbito. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de fragilidade e os fatores a ela associados em pacientes com doença renal crônica (DRC em tratamento conservador (TC, hemodiálise (HD e diálise peritoneal (DP. MÉTODOS: A fragilidade foi avaliada em 146 pacientes (86 em TC, 37 em HD e 23 em DP e caracterizada como fraqueza muscular e exaustão - pelos domínios do aspecto físico e da vitalidade, respectivamente, avaliados pelo questionário SF-36 de qualidade de vida; como inatividade física caso a resposta fosse "nunca" ou "quase nunca" - quando questionado sobre a prática de atividade física; e como perda de peso não intencional (> 4,5 kg por ano. Os pacientes foram divididos em três grupos: não frágeis (NF, pré-frágeis (PF e frágeis (F. As variáveis demográficas, clínicas e laboratoriais foram extraídas dos prontuários dos pacientes. RESULTADOS: A fragilidade foi caracterizada em 36% dos pacientes em TC, 37,8% em HD e 47,8% em DP. Foi diagnosticada em 36,8% dos pacientes com idade entre 20 e 40 anos e 40,3% daqueles entre 41 e 60 anos. A fragilidade associou-se significativamente ao uso de vitamina D (r = 0.16; p = 0.03, hemoglobina (r = -0.14; p = - 0.02 e paratormônio intacto (r = 0.16; p = 0.03. CONCLUSÕES: A fragilidade é frequente entre os pacientes com DRC em tratamento conservador e dialítico, mesmo naqueles não idosos. Nos pacientes estudados, o fenótipo de fragilidade se associou com o não uso de vitamina D, menores níveis séricos de hemoglobina e níveis mais elevados de paratormônio.

  8. Caracterização da dor em mulheres após tratamento do câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Tie Koga Ferreira

    2014-03-01

    Full Text Available Este estudo pretendeu caracterizar e localizar a dor nas mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama. Estudo de caráter exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa, pelas medidas de tendência central e percentual. Pesquisa desenvolvida no Núcleo de Ensino e Pesquisa e Assistência na Reabilitação de Mastectomizadas com 30 mulheres. Os dados foram coletados no período de fevereiro a agosto de 2008, por meio de instrumento contendo variáveis capazes de caracterizar e localizar a dor, e foram tratados por meio de média, mediana, moda e desvio-padrão e percentual. Destacou-se que 56,7% mulheres referiram que a dor é diária, 46,7% mulheres referiram que a dor teve início após a cirurgia da mama, e para 40% a dor é constante. Conhecimento, reconhecimento e manejo do sintoma permitem ofertas terapêuticas alternativas para o alívio da dor, minimizando efeitos físicos e emocionais que podem ser causados na vida de mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama.

  9. Avaliação postural em mulheres com dor pélvica crônica Postural evaluation in women with chronic pelvic pain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Miranda

    2009-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar por meio da fotogrametria as alterações posturais de mulheres com dor pélvica crônica. MÉTODOS: foram avaliadas 30 mulheres com queixa de dor pélvica crônica e 37 sem essa queixa, totalizando 67 mulheres. A avaliação constituiu de anamnese, colocação de marcadores fixos em pontos anatômicos definidos e obtenção de fotografias em vista frontal, posterior, lateral esquerda e direita. A análise das fotos foi realizada com o software CorelDraw®, versão 11.0. Foram identificados valores para as variáveis de análise postural de tornozelo, joelho no plano sagital, pelve, lordose lombar, cifose torácica, escápula aduzida/abduzida, ombros, cabeça e teste do terceiro dedo ao chão. As variáveis qualitativas estudadas foram joelho (varo, valgo ou normal, presença ou não de escápula alada e de nivelamento de ombros. Para as análises estatísticas utilizamos o Statistical Package for Social Sciences, versão 16.0. Para a comparação entre as variáveis qualitativas foi utilizado o teste exato de Fisher e método de Monte-Carlo e, para a comparação de dados quantitativos foi utilizado o teste t ou o de Mann-Whitney. As comparações entre os dados contínuos corrigidos para possíveis variáveis de confusão foram feitas pela análise de covariância univariada. O nível de significância foi estabelecido como 0,05 ou 5%. RESULTADOS: foi observada diferença significante entre casos e controles para cabeça protusa (47,5 e 52,0º, respectivamente; pOBJECTIVE: to evaluate by photogrammetry, postural changes in women with chronic pelvic pain. METHODS: thirty women with complaint of chronic pelvic pain and 37 without it, in a total of 67 women, were evaluated. The evaluation was realized through anamnesis, fixed markers in defined anatomical sites, and frontal, posterior, left and right lateral photographies. Photo analysis has been done by the software CorelDraw®, version 11.0. Quantitative values for postural

  10. Dengue in an elderly patient Dengue em paciente idosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton Luiz Gorzoni

    2010-06-01

    Full Text Available Although elderly populations are more exposed to the risk of getting dengue, the clinical peculiarities of this disease in this age range are not well known. This report is about an 80-year-old woman with dengue complications, self-medicated with salicylate. Literature indicates a more severe clinical condition, high hospitalization rate and significant mortality. This is caused by previous infections by other serotypes of this arbovirus, presence of chronic diseases, immunosenescence and high drug consumption, especially salicylates and the like. Analyses are required in a public health perspective in order to help health professionals that care for patients with dengue in this age range.Embora cada vez mais populações idosas estejam expostas ao risco de contrair dengue, pouco se sabe sobre peculiaridades clínicas desta doença nesta faixa etária, fato este que motivou este relato sobre octogenária com dengue agravada por automedicação de salicilato. A literatura consultada aponta para quadro clínico mais grave, elevado índice de hospitalizações e mortalidade significativa. Deve-se isto a infecções prévias com outros sorotipos desta arbovirose, presença de doenças crônico degenerativas, imunosenescência e alto consumo de medicamentos, particularmente salicilatos e similares. Análises, sob a ótica da saúde pública, são necessárias para auxiliar aos profissionais de saúde que assistem pacientes com dengue nesta faixa etária

  11. Interações Medicamentosas Potenciais em Pacientes de Unidades de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliana Batista Vieira

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é determinar a frequência de interações fármaco-fármaco em prescrições de pacientes internados em unidades de terapia intensiva e analisar os fatores associados relativos à farmacoterapia e ao paciente. O estudo descritivo transversal foi realizado em dois hospitais de ensino da região centro oeste do Brasil. As interações medicamentosas potenciais foram identificadas nas prescrições do primeiro dia (24 horas e do quinto dia (120 horas de internação empregando o software Drug Reax. Dos 117 pacientes do estudo, 63,2% apresentaram interações medicamentosas potenciais nas primeiras 24 horas de internação e 68,4% pacientes em 120 horas. Houve associação estatisticamente significativa entre o número de medicamentos prescritos e a ocorrência de interações medicamentosas nos dois momentos de internação. O estudo demonstrou que a prevalência de interações fármaco-fármaco foi elevada nos hospitais investigados e que a chance de interação aumentou com o número de medicamentos prescritos, número de diagnósticos e idade maior que 60 anos. O conhecimento do mecanismo farmacológico e dos fatores de risco para interações medicamentosas potenciais contribuem para aumentar a segurança e efetividade do tratamento. Para ampliar a segurança da farmacoterapia, é essencial implementar estratégias que auxiliem a equipe de saúde a identificar as interações e implementar medidas de prevenção e monitorização de pacientes em riscos de desenvolver interações medicamentosas. A atuação do farmacêutico clínico na unidade de terapia intensiva é uma ferramenta importante para a prevenção, identificação e monitorização das interações medicamentosas.

  12. Dermatoses em pacientes com diabetes mellitus Skin lesions in diabetic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N T Foss

    2005-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Ainda é desconhecida a relação do diabetes com fatores determinantes ou precipitantes de lesões dermatológicas em pacientes diabéticos. Assim, o objetivo do estudo foi investigar a presença de lesões cutâneas, não referidas pelo paciente diabético e sua relação com o controle metabólico da doença. MÉTODOS: Foram examinados 403 pacientes, dos quais 31% eram diabéticos do tipo 1 e 69% do tipo 2. Em ambulatório de um hospital universitário, os pacientes foram atendidos por endocrinologista para a avaliação endócrino-metabólica e por dermatologista para a avaliação dermatológica. O grau de controle metabólico foi documentado em 136 pacientes por meio da dosagem de hemoglobina glicada. RESULTADOS: Houve predomínio de dermatofitoses (82,6%, seguido de grupo de dermatoses como acne e degeneração actínica (66,7%, piodermites (5%, tumores cutâneos (3% e necrobiose lipoídica (1%. Entre as dermatoses mais comuns em diabéticos, foram confirmados com exame histológico: dois diagnósticos de necrobiose (0,4%, cinco de dermopatia diabética (1,2% e três casos de mal perfurante plantar (0,7%. Os valores da hemoglobina glicada foram: 7,2% em pacientes com controle metabólico adequado nos dois tipos de diabetes e de 11,9% e 12,7% nos tipos 1 e 2, respectivamente, com controle inadequado. Nos pacientes com controle metabólico inadequado foi observada freqüência maior de dermatofitoses, em ambos os tipos de diabetes. CONCLUSÕES: Os dados revelaram freqüência elevada de lesão dermatológica nos pacientes diabéticos, especialmente dermatofitoses. Dessa forma, o descontrole metabólico do diabético propicia maior suscetibilidade a infecções cutâneas.OBJECTIVE: It is yet unknown the relationship between diabetes and determinants or triggering factors of skin lesions in diabetic patients. The purpose of the present study was to investigate the presence of unreported skin lesions in diabetic patients and their

  13. Estudo da Fase Intra-hospitalar da Revascularizacao Cirurgica do Miocardio em Pacientes Dialiticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Miranda

    2014-03-01

    Full Text Available Fundamentos: Atualmente, a revascularização cirúrgica do miocárdio é o melhor tratamento para o paciente dialítico com lesão coronariana multiarterial, contudo a mortalidade e a morbidade hospitalar do procedimento ainda permanecem altas. Objetivos: Avaliar os resultados e a evolução intra-hospitalar da revascularização cirúrgica do miocárdio isolada em pacientes dialíticos. Métodos: Estudo retrospectivo unicêntrico de 50 pacientes dialíticos consecutivos e não selecionados, submetidos à revascularização cirúrgica do miocárdio em um hospital terciário universitário no período de 2007 a 2012. Resultados: A casuística apresentou alta prevalência de fatores de risco cardiovasculares (100% hipertensos, 68% diabéticos e 40% dislipidêmicos. Não houve óbito intraoperatório, e 60% dos procedimentos foram feitos sem circulação extracorpórea. Houve sete (14% óbitos intra-hospitalares. Infecção pós-operatória, insuficiência cardíaca prévia, uso de circulação extracorpórea, função ventricular anormal e reexploração cirúrgica foram os fatores associados a maior mortalidade. Conclusão: A revascularização cirúrgica do miocárdio é um procedimento factível para essa classe de pacientes, contudo com alta morbidade e mortalidade intra-hospitalar. É necessário melhor entendimento das particularidades metabólicas desses pacientes para o planejamento adequado das condutas.

  14. Histerossonossalpingografia e histerossalpingografia no diagnóstico de permeabilidade tubária em pacientes inférteis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida I. de

    2000-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Comparar a histerossonossalpingografia (HSS em relação à histerossalpingografia (HSG na avaliação de fator tubário em pacientes inférteis. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado um estudo transversal com 30 pacientes em investigação de infertilidade, com idade inferior a 38 anos. As pacientes foram submetidas à HSS, HSG e videolaparoscopia (LPC na primeira fase do ciclo menstrual. Foi comparada a avaliação de permeabilidade tubária da HSS e da HSG, utilizando-se a LPC como padrão-ouro. Foi calculado o valor preditivo negativo (VP- dos exames. A HSS utilizou como meio de contraste o Ecovist®, a HSG utilizou contraste iodado hidrossolúvel e a LPC utilizou a cromotubagem com azul de metileno. Foi considerada como diferença estatisticamente significativa um p<0,05. RESULTADOS: A amostra final de estudo foi de 26 pacientes (quatro abandonaram a investigação. A idade média da amostra foi de 30,6 anos. A HSS demonstrou permeabilidade tubária em pelo menos uma das tubas em 24 pacientes (92,3%. A HSG demonstrou permeabilidade em uma das tubas em 25 (96,2%, e a LPC em 25 pacientes (96,2%. O VP- da HSS foi de 92% e o VP- da HSG foi de 100%. Não houve diferença estatística significante entre a HSS e a HSG (p=0,996, teste de Yates. CONCLUSÕES: A HSS é um método alternativo à HSG na avaliação de permeabilidade tubária de pacientes inférteis.

  15. Líquido cefalorraqueano em 50 pacientes com AIDS Cerebrospinal fluid in 50 AIDS patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. L. Hinrichsen

    1996-06-01

    Full Text Available Foram estudados 50 pacientes com AIDS. Todos estes pacientes apresentavam anticorpos anti-HIV1 (ELISA e preenchiam os critérios de pontuação OPAS/Caracas de definição de casos de AIDS em adultos. A análise do liquido cefalorraqueano (LCR incluiu: pressão; citologia (número de células e aspectos citomorfológicos; proteína total e eletroforese; concentrações de glicose, cloretos e testes imunológicos para sífilis, toxoplasmose e infecções virais (citomegalovírus, varicela-zoster, Herpes simplex, e HI VI. Investigações bacteriológicas e micológicas (pesquisa direta e cultura, além de teste de aglutinação (látex para Cryptococcus foram também realizados. Os testes imunológicos usados foram fixação do complemento, imunofluorescência indireta, hemaglutinação passiva e/ou ELISA. Todos os LCR foram analisados no mesmo laboratório seguindo sempre a mesma metodologia. O LCR esteve alterado em 45 pacientes (90,0% dos 50 pacientes estudados. As principais alterações encontradas no LCR foram: aumento de gamaglobulina em 25 casos (55,5%; aumento da proteína total em 23 (51,1%; hipercitose em 22 (48,9% e diminuição dos cloretos em 18(40,0%. A detecção de anticorpos anti- HIV1 estiveram presentes em 42 pacientes (93,3%. Toxoplasmose isolada ou associada a outros agentes foi a infecção oportunista mais freqüente, detectada em 26 casos (57,7%. O LCR deverá ser sempre analisado em todos os pacientes com AIDS, com ou sem sintomas neurológicos.Fifty AIDS patients were studied. AH patients had anti-HIV antibodies (ELISA present and met OPAS/ Caracas punctuation criteria for AIDS cases in adults. Cerebrospinal fluid (CSF analysis included pressure, cytology (number and cytomorphological aspects, total protein and electrophoresis, glucose and chloride concentration. Bacteriological and mycological investigations were performed as well as agglutination tests for Cryptococcus. Complement fixation, indirect immunoflorescence

  16. Avaliação eletrofisiológica cardíaca em pacientes com sarcoidose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jefferson Curimbaba

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Sarcoidose é uma doença granulomatosa multissistêmica de origem desconhecida que pode causar morte súbita. OBJETIVO: Avaliação eletrofisiológica de pacientes com sarcoidose com suspeita de comprometimento cardíaco. MÉTODOS: Foram estudados 22 pacientes com média de idade de 55,32 ±13,13 anos, com diagnóstico de sarcoidose e suspeita de comprometimento cardíaco. Foram submetidos à avaliação clínica, exames laboratoriais, eletrocardiograma, ecocardiograma, Holter de 24h, cintilografia com gálio ou tecnécio e estudo eletrofisiológico. Em casos selecionados foi realizada tomografia por emissão de pósitrons ou ressonância magnética. Os pacientes foram seguidos ambulatoriamente com consultas trimestrais. RESULTADOS: Comprometimento cardíaco foi comprovado em quatro (18,2% pacientes. Extrassístoles ventriculares com densidade > 100/24h foram documentadas no Holter de 24h em 12 (54,5 % pacientes. O estudo eletrofisiológico revelou aumento do intervalo HV em sete (31,8% e ponto de Wenckebach aumentado em quatro (18,2% pacientes. Houve indução de fibrilação atrial em sete (31,8% e de taquicardia ventricular sustentada em um (4,5%. Nos quatro pacientes com sarcoidose cardíaca confirmada, extrassístoles ventriculares, com densidade > 100/24h foram documentadas em todos, dois apresentavam intervalo HV prolongado e fibrilação atrial foi induzida em dois. Taquicardia ventricular sustentada não foi induzida em nenhum desses pacientes. Após período médio de acompanhamento de 20,9 ± 15,7 meses, um paciente com sarcoidose cardíaca apresentou morte súbita. CONCLUSÃO: Pacientes com sarcoidose e suspeita de envolvimento cardíaco apresentam alta prevalência de EVs e distúrbios do sistema de condução.

  17. Estudo clínico prospectivo aleatório sobre o uso da máscara laríngea Supreme® em pacientes submetidos a anestesia geral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara R. Barreira

    2013-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Dispositivos supraglóticos são cada vez mais usados como opção à intubação traqueal durante procedimentos eletivos de complexidade variável. O objetivo deste estudo foi avaliar prospectivamente o uso clínico da máscara laríngea Supreme® (MLS em pacientes submetidas a procedimentos cirúrgicos eletivos na mama e compará-la ao tubo endotraqueal (TE. MÉTODO: 60 pacientes submetidas a procedimentos cirúrgicos da mama sob anestesia geral foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos de acordo com o dispositivo usado (MLS ou TE. Foram avaliados: tempo de inserção, número de tentativas para inserção, resposta hemodinâmica à inserção, presença de sangue no dispositivo usado e incidência de dor de garganta, disfagia, náuseas e vômitos no pós-operatório. RESULTADOS: Não houve diferença entre os grupos com relação ao tempo de inserção, ao número de tentativas para inserção bem-sucedida e à presença de sangue no dispositivo. A frequência cardíaca e a pressão arterial após a inserção foram maiores no grupo TE. A incidência de dor de garganta e disfagia após duas horas de pós-operatório também foi maior no grupo TE. Não houve diferença na incidência e na intensidade das complicações avaliadas após seis horas de pós-operatório. CONCLUSÕES: O uso da MLS como técnica de acesso à via aérea durante a anestesia geral em procedimentos cirúrgicos eletivos na mama é tão seguro e eficiente quanto a intubação traqueal, com a vantagem de desencadear menor resposta hemodinâmica durante a sua execução e menor incidência de dor de garganta e disfagia nas primeiras horas de pós-operatório.

  18. Qualidade de vida de pacientes com câncer colorretal em terapia adjuvante Calidad de vida de pacientes con cáncer de rectocolon en terapia adyuvante Quality of life of patients with colorectal cancer who were receiving complementary therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina Nicolussi

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida, identificar os domínios afetados nos pacientes com câncer colorretal, caracterizar os dados sócio-demográficos, clínicos e terapêuticos e correlacioná-los aos domínios da qualidade de vida. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado no Centro Especializado de Oncologia de Ribeirão Preto com 22 pacientes com câncer colorretal em terapia adjuvante, entre julho/ 2006 a setembro/ 2007. Utilizou-se o instrumento Quality of Life Core-30-Questionnaire. RESULTADOS: A qualidade de vida foi considerada satisfatória (média = 79,13. Os domínios mais afetados foram: Função Emocional e sintomas dor, insônia, fadiga. Nas correlações, as mulheres destacaram-se negativamente, apresentando piores escores nas Funções Emocional, Cognitiva e sintomas: dor, insônia, fadiga, constipação e perda de apetite. Os pacientes em radioterapia relataram mais dor e os assintomáticos à quimioterapia são os que obtiveram melhor qualidade de vida geral. CONCLUSÃO: A qualidade de vida foi satisfatória, relativamente pior nas mulheres, em radioterapia e que apresentaram efeitos colaterais da quimioterapia.OBJETIVO: Evaluar la calidad de vida, identificar los dominios afectados en los pacientes con cáncer de rectocolon, caracterizar los datos socio-demográficos, clínicos y terapéuticos y correlacionarlos a los dominios de la calidad de vida. MÉTODOS: Estudio transversal, realizado en el Centro Especializado de Oncología de Ribeirão Preto con 22 pacientes con cáncer de rectocolon en terapia adyuvante, entre julio/ 2006 a setiembre/ 2007. Se utilizó el instrumento Quality of Life Core-30-Questionnaire. RESULTADOS: La calidad de vida fue considerada satisfactoria (media = 79,13. Los dominios más afectados fueron: Función Emocional y síntomas dolor, insomnio, fatiga. En las correlaciones, las mujeres se destacaron negativamente, presentando peores escores en las Funciones Emocional, Cognitiva y síntomas: dolor

  19. Endarterectomia de carótida em paciente acordado Carotid endarterectomy in conscious patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo César Santos

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a morbidade e mortalidade da endarterectomia de carótida realizada sob bloqueio cervical regional, tendo como variáveis o tempo cirúrgico, uso de shunt, conversão para anestesia geral, complicações cirúrgicas, tempo de permanência dos pacientes na unidade de tratamento intensivo (UTI e no hospital, e evolução dos pacientes durante um ano. MÉTODO: Durante o período de junho de 1998 a janeiro de 2004, foram realizadas 67 operações em 61 pacientes, com 70% ou mais de estenose de carótida interna, diagnosticada por Doppler e confirmada por angiografia carotídea. A monitorização cerebral intra-operatória consistiu na análise do nível de consciência e da atividade motora dos pacientes. A média de idade dos pacientes foi 69,7 anos. Quanto às doenças concomitantes, 45 (47% eram hipertensos; 21 (22%, coronariopatas; 17 (18%, diabéticos; 12 (13%, pneumopatas. RESULTADOS: Houve três (4,48% casos de doença carotídea bilateral, sendo a operação realizada em dois tempos. O tempo médio de operação foi de 120 minutos. Foi necessário uso de shunt em seis (8,95% casos e conversão para anestesia geral em dois (2,98%. Dois (2,98% pacientes apresentaram confusão mental no pós-operatório e um (1,49% apresentou infecção da ferida operatória. Ocorreu reestenose de carótida em três (4,48% casos. Os tempos médios de permanência na UTI e no hospital foram, respectivamente, 1,34 e 4,20 dias. Não houve morte, acidente vascular cerebral ou infarto agudo do miocárdio. CONCLUSÃO: A endarterectomia de carótida com o paciente acordado é uma boa alternativa para pacientes selecionados de alto risco cirúrgico para anestesia geral.OBJECTIVE: To evaluate morbidity and mortality of carotid endarterectomy performed under regional cervical block, taking into account duration of surgery, use of shunt, conversion to general anesthesia, surgical complications, stay of patients inthe intensive care unit (ICU and in the

  20. Conhecimento dos acadêmicos e profissionais da fisioterapia sobre dor: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Carlos Nery dos Santos

    2017-08-01

    Full Text Available Estudos demonstram que acadêmicos e profissionais da fisioterapia apresentam limitações no conhecimento sobre diversos aspectos do tema “dor”. Isso pode implicar em abordagens inadequadas e em maior sofrimento dos pacientes. Assim, objetivou-se revisar estudos que investigaram o conhecimento de acadêmicos e profissionais da fisioterapia sobre dor, bem como os que propuseram estratégias para modificar tal conhecimento. Trata-se de uma revisão sistemática, e foram consultadas as bases de dados EBSCOhost, LILACS, PubMed, REDALYC e SciELO, por meio do cruzamento das palavras-chave: “pain”, “knowledge”, “education”, “curriculum”, “physical therapy specialty” e os seus correspondentes em português. Foram considerados elegíveis os estudos observacionais ou experimentais que analisaram o conhecimento sobre aspectos clínicos, fisiopatológicos e manejo da dor. Também foram elegíveis os que testaram estratégias para modificar o conhecimento sobre dor. A triagem pelos títulos e resumo resultou em 84 estudos. Contudo, apenas cinco foram incluídos. Esses analisaram o conhecimento sobre aspectos gerais da dor, sendo publicados entre 2003 e 2016. Apenas 60% dos estudos investigaram participantes da fisioterapia, sendo que 100% deles verificaram o conhecimento por meio de questionários autoaplicáveis. Quatro estudos utilizaram questionários validados. Somente 20% testaram estratégias para modificar o conhecimento sobre dor. Os resultados desta revisão indicam que o tema “dor” é abordado apenas como subtema complementar, o que, embora permita o aprendizado, não tem sido suficiente para garanti-lo. Profissionais da fisioterapia apresentam inconsistência entre o conhecimento teórico e os seus papeis no manuseio e na assistência humanizada da dor. Estratégias de ensino-aprendizagem ativas podem aprimorar o conhecimento acadêmico sobre dor.

  1. Os efeitos do método Ai Chi em pacientes portadoras da síndrome fibromiálgica The effect of Ai Chi method in fybromialgic patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Soares de Santana

    2010-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo é demonstrar os efeitos do método Ai Chi como forma alternativa de abordagem hidroterapêutica em pacientes portadoras da síndrome fibromiálgica. Foram estudados dez pacientes; quatro fizeram parte do grupo experimento e cinco, do grupo controle, com uma desistência. As pacientes foram avaliadas através do Questionário de Impacto da Fibromialgia (QIF e da Escala de Intensidade e Índice de dor nos Pontos Sensíveis. Foram realizadas duas avaliações, uma antes e outra após o tratamento. As pacientes foram submetidas a dez sessões do método Ai Chi, com duração de quarenta minutos. Houve melhora na intensidade da dor, de acordo com a escala da intensidade de dor nos pontos sensíveis, após a intervenção; já a qualidade de vida manteve-se sem alteração. Na qualidade de vida, observou-se que os grupos obtiveram resultados semelhantes; isso se deve ao fato que as pacientes não apresentaram melhora no seu estado depressivo. No índice dos pontos sensíveis, verificou-se diferença entre os grupos. A explicação para essa diferença deve-se possivelmente aos benefícios da imersão em água aquecida e aos efeitos do método Ai Chi. Não houve diferença significativa entre os grupos, o que pode ser atribuído às limitações do estudo. Desta forma, torna-se relevante a realização de novos estudos referentes à aplicação do método Ai Chi em pacientes portadoras da síndrome fibromiálgica.The objective of this article is to show the effect of the Ai Chi method, as an alternative form of hydrotherapeutic approach in fibromyalgia syndrome patients. Ten patients were studied, four were part of the experiment group and five of the control group, with one desistance. The patients were evaluated through the Fibromyalgia Impact Questionnaire (QIF and Scale of Intensity and Index of pain in Sensible Points. Two evaluations were performed, before and after the treatment. The patients were submitted to ten sessions

  2. EFEITO ANALGÉSICO DO BUTORFANOL NA DOR SOMÁTICA EM GATOS ANESTESIADOS COM PROPOFOL ANALGESIC EFFECT OF BUTORPHANOL ON SOMATIC PAIN IN CATS ANESTHETIZED WITH PROPOFOL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Ciniello Araujo

    2001-02-01

    Full Text Available O propofol é um agente anestésico intravenoso usado para indução e manutenção da anestesia, mas produz analgesia limitada, havendo a necessidade do uso concomitante de analgésicos. Avaliou-se o efeito analgésico do butorfanol na dor somática em gatos anestesiados com doses fracionadas de propofol. Foram utilizados 16 animais, distribuídos aleatoriamente em dois grupos. Os animais do grupo controle foram pré-tratados com 0,2mg/kg de acepromazina por via IM e, após 15 minutos, receberam 6mg/kg de propofol por via IV. Os animais do grupo tratamento foram pré-medicados com uma combinação de acepromazina (0,2mg/kg e butorfanol (0,8mg/kg, administrados na mesma seringa por via IM, e, após 15 minutos, receberam 6mg/kg de propofol por via IV. Em ambos os grupos, a manutenção da anestesia foi feita com administrações de propofol, na dose de 3mg/kg, por via IV, sempre que necessário, durante 60 minutos. A necessidade de readministração de propofol foi verificada pela resposta apresentada ao pinçamento cutâneo, através de uma pinça de Kocher. Avaliaram-se também as freqüências cardíaca e respiratória, pressão arterial média, saturação de oxiemoglobina e temperatura retal. A administração de butorfanol causou apenas redução nas freqüências cardíaca e respiratória e na saturação de oxiemoglobina, em comparação com o grupo controle,sem exercer influência significativa sobre o período hábil, a dose total administrada e o período de recuperação do propofol. Concluiu-se que a adição de butorfanol não produziu analgesia somática em gatos anestesiados com doses fracionadas de propofol.Propofol is an intravenous anesthetic agent used for induction and maintenance of anesthesia but produces limited analgesia, and concomitant use of analgesics is necessary. The analgesic effect of butorphanol in somatic pain in cats anesthetized with intermittent doses of propofol was evaluated. Sixteen animals were randomly

  3. Dor orofacial e absenteísmo em trabalhadores da indústria metalúrgica e mecânica Orofacial pain and absenteeism in workers of the metallurgic and mechanics industry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimari Telino de Lacerda

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a prevalência de dor orofacial e sua relação com absenteísmo em trabalhadores do setor metalúrgico e mecânico do município de Xanxerê, Santa Catarina. Realizou-se um estudo transversal envolvendo todos os trabalhadores do sexo masculino (n = 480 das 13 indústrias do setor no município. As informações foram coletadas por meio de entrevistas estruturadas. Informações sócio-demográficas, prevalência, severidade e localização de dor orofacial no último semestre, bem como sobre falta ao trabalho devido à dor orofacial, compuseram o questionário. Dados de identificação, setor e turno de trabalho foram coletados nos departamentos de recursos humanos das empresas. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e testes de associação de qui-quadrado de Pearson entre absenteísmo e dor orofacial. A prevalência de dor orofacial foi de 66,1%, sendo dor de dente provocada ou dor de dente espontânea os tipos mais frequentes. O absenteísmo devido a dor orofacial no último semestre foi relatado por 9,3% dos trabalhadores, mostrando-se associado à dor de dente espontânea (p The objective of this study was to assess the prevalence of orofacial pain and its association with absenteeism in worke rs of the metallurgic and mechanics industry of the city of Xanxerê, Brazil. A cross sectional study was performed involving all male workers(n=480 of the 13 industries of the sector in the city. The information was collected by means of structured interviews. Socio-demographic information, prevalence, severity and localization of orofacial pain in the last semester as well as on absenteeism due to orofacial pain formed the questionnaire. Identification data, work sector and shift were collected in the departments of human resources of the companies. The data were assessed using descriptive statistics and Pearson chi-squared tests between absenteeism and pain in the orofacial region. The

  4. Indicadores de estresse e sobrecarga em cuidadores formais e informais de pacientes oncológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Carrillo Maronesi

    2014-12-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar a presença de indicadores de estresse, os níveis de estresse e sobrecarga junto a cuidadores formais e informais de pacientes oncológicos. Participaram da pesquisa 33 cuidadores de pacientes com câncer no total, sendo 17 informais e 16 formais. Para a coleta de dados utilizou-se: 1 Roteiro para caracterização dos participantes; 2 O Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp - ISSL e 3 Protocolo Zarit Burden Interview – ZBT. Os resultados revelaram que 43% dos cuidadores informais encontravam-se na fase de resistência, 29% na fase de exaustão, 14% na fase de quase exaustão e 14% na fase de alerta. Os cuidadores formais 25% encontram-se na fase de exaustão e 75% na fase de resistência.  A sobrecarga também apresentou-se em maior escala em cuidadores informais do que formais, sendo 47% para 18,7% repectivamente. Contudo, os resultados não revelaram diferença estatística significativa entre os grupos para incidência de estresse, mas indicou diferença em relação à sobrecarga apontando que em cuidadores profissionais a incidência é menor. Os resultados sugerem a necessidade de implantar programas de suporte para cuidadores informais e formais, desenvolver estratégias de enfrentamento, manejo com as situações de sobrecarga e estresse, objetivando melhor qualidade de vida para o cuidador e, consequentemente, para o paciente que está recebendo os cuidados.

  5. Felipressina aumenta pressão arterial durante procedimento odontológico em pacientes hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Aparecida Bronzo

    2012-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A felipressina foi adicionada ao anestésico local para aumentar a duração do efeito anestésico e reduzir a toxicidade nos procedimentos dentários. No entanto, o efeito sobre a pressão arterial é incerta, e isso pode ser altamente relevante no tratamento dentário de pacientes hipertensos. OBJETIVO: Investigar o efeito da felipressina sobre a pressão arterial em pacientes hipertensos com pressão arterial controlada. MÉTODOS: Foram estudados 71 indivíduos com essas características e com necessidade de tratamento periodontal. Após 10 minutos de repouso, a anestesia local (prilocaína foi infiltrada com e sem adição de felipressina. Em seguida, uma raspagem subgengival profunda foi realizada. A pressão arterial foi medida por um equipamento oscilométrico automático (DIXTAL DX2010. Dez minutos após a administração do anestésico, o pico de ação anestésica foi gravado. O Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE foi utilizado para avaliar o traço de ansiedade nos pacientes. RESULTADOS: A pressão arterial sistólica aumentou após a anestesia, independentemente da associação com felipressina, durante todo o procedimento dentário (p < 0,05, e essa resposta pode ser explicada, pelo menos em parte, pelos níveis de traço de ansiedade dos indivíduos. No entanto, um aumento adicional na pressão arterial diastólica foi observado quando a prilocaína foi associada a felipressina (p < 0,05, mas essa resposta não se alterou com os níveis de traço de ansiedade. CONCLUSÃO: A felipressina aumentou a pressão arterial diastólica de pacientes hipertensos com pressão arterial controlada. Pacientes com traço de ansiedade elevado apresentaram aumento na pressão arterial sistólica em alguns procedimentos, sugerindo que um aumento da pressão arterial também pode estar relacionado ao medo ou à ansiedade.

  6. Estudo sobre as intervenções de enfermagem frente ao paciente em morte iminente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Prado Fernandes

    1984-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo onde se procurou identificar as intervenções de enfermagem frente ao paciente em morte iminente e verificar se elas guardam relação com os valores pessoais e profissionais do enfermeiro, no que se refere à morte. As formas de intervenção de enfermagem mais freqüentemente mencionadas foram: esclarecer sobre a doença e a morte como sua conseqüência (43,8% para os pacientes que desejam saber porque estão morrendo e, "apoio psicológico" (36,8% para aqueles que recusam a morte. Os resultados obtidos demonstram ainda que, embora o enfermeiro atribua a si próprio a responsabilidade em preparar o paciente psicossócio-espiritualmente para a morte, há evidências de conflitos entre seus valores pessoais e profissionais, no que se refere à morte e, conseqüentemente, nas suas formas de intervenção de enfermagem.

  7. Estresse em pacientes com glaucoma primário de ângulo aberto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira Santos Marinho Moura

    Full Text Available Glaucoma Primário de Ângulo Aberto (GPAA é uma importante causa de cegueira no mundo. O presente trabalho teve como objetivo investigar: (1 presença e tipo de estresse; (2 relação do número de colírios e estresse; (3 percepção do glaucoma e tratamento. Um estudo transversal e quantitativo foi realizado com 102 pacientes do Ambulatório de Oftalmologia do HC-FMUSP, com roteiro temático e Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp. A maioria dos pacientes apresentou estresse (65,7% e não houve correlação entre estresse e número de colírios. "Tempo de tratamento", "dificuldades na vida diária" e "dificuldades em pingar o colírio" foram variáveis independentemente associadas ao estresse. Conclui-se que o estresse pode interferir negativamente no enfrentamento da doença em pacientes com GPAA.

  8. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  9. Variáveis relacionadas com perda da produtividade no trabalho em pacientes com espondilite anquilosante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Frauendorf

    2013-06-01

    Full Text Available A perda da produtividade no trabalho, como resultado da espondilite anquilosante, tem se tornado tema de interesse dado o seu impacto socioeconômico. Além das limitações físicas, outras variáveis parecem interferir na produtividade desses pacientes que muitas vezes são aposentados precocemente do mercado de trabalho. Assim, esse manuscrito de revisão buscou identificar artigos publicados na língua inglesa no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2011 que discutissem essas variáveis por meio de estudos realizados com pacientes adultos com diagnóstico de espondilite anquilosante, de ambos os gêneros e que usaram instrumentos padronizados para a avaliação da atividade da doença e da capacidade produtiva no trabalho. Foram identificados 33 artigos atendendo aos critérios de inclusão e observou-se que a perda de produtividade no trabalho em pacientes com espondilite anquilosante é influenciada por variáveis demográficas, emocionais, socioculturais e ocupacionais e hábitos de vida. Compreender esses possíveis fatores de risco pode colaborar para a elaboração de estratégias preventivas para a manutenção de pacientes com espondilite anquilosante no mercado de trabalho.

  10. Embolização arterial superseletiva para tratamento de angiomiolipoma em paciente com rim único

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adenauer Marinho de Oliveira Góes Junior

    Full Text Available Resumo Os autores relatam o caso de uma paciente jovem previamente submetida a nefrectomia direita por apresentar angiomiolipomas renais (AMLRs e portadora de dois volumosos angiomiolipomas no rim esquerdo remanescente. A paciente foi encaminhada pelo urologista para tratamento endovascular. Realizou-se embolização superseletiva de um dos tumores, localizado no polo renal inferior e em situação subcapsular; apesar de várias tentativas, não foi obtido um cateterismo seletivo suficiente para embolizar o segundo angiomiolipoma (localizado no polo renal superior sem que um volume considerável de parênquima renal adjacente sofresse isquemia. O procedimento e a recuperação da paciente transcorreram sem complicações. A paciente recebeu alta no primeiro pós-operatório e vem sendo acompanhada ambulatorialmente há 9 meses sem intercorrências. É feita uma breve revisão sobre indicações, aspectos técnicos e complicações do tratamento endovascular dos AMLRs, além de serem discutidas vantagens dessa técnica quando comparada à ressecção cirúrgica dos tumores.

  11. Avaliação da sintomatologia ocular em pacientes com disfunção temporo-mandibular Ocular symptom evaluation in patients with temporomandibular dysfunction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele dos Santos Pereira

    2000-08-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a eficácia da placa neuromiorrelaxante em reduzir a sintomatologia oftalmológica de pacientes com disfunção temporo-mandibular (DTM e constatar a possível correlação entre DTM e sintomatologia ocular. Métodos: Foi realizada uma análise comparativa da evolução das sintomatologias da DTM e oculares em uma amostra de dezenove pacientes com DTM, sinais e sintomas oftalmológicos e ausência de patologia ocular. Esses pacientes foram submetidos a uma terapia reversível por meio do uso da placa neuromiorrelaxante. Resultados: Observou-se que após o uso da placa durante um período maior (60 dias, o número de pacientes que apresentaram melhora de 100% ou que apresentaram sintomatologia discreta, tanto para DTM quanto para ocular, foi estatisticamente significativo. Já em intervalos de tempo menores (7-15, 15-30, 30-60 dias, o efeito da placa não foi significativo estatisticamente para reduzir a sintomatologia da DTM e ocular. A sintomatologia oftalmológica mais freqüente (84,2% encontrada nos pacientes com DTM da presente amostra foi dor ocular. Conclusão: Há correlação entre DTM e sintomatologia ocular, visto que pacientes portadores desta disfunção que fizeram uso da terapia reversível, obtiveram melhora do quadro clínico tanto da DTM quanto da sintomatologia ocular num intervalo de tempo maior (7-60 dias.Purpose: To evaluate if the neuromuscular relaxing plate is effective in reducing the ophthalmic symptoms of patients with temporomandibular dysfunction (TMD and to observe the possible correlation between TMD and ocular symptoms. Methods: A comparative analysis of TMD symptoms and ocular symptoms was performed in a sample of nineteen patients with TMD, ophthalmic signs and symptoms and absence of ocular diseases. Those patients were submitted to a reversible therapy using a neuromuscular relaxing plate. Results: It was observed that after the use of the plate during a longer period of time (60 days the

  12. Alterações dermatológicas nos pacientes em hemodiálise e em transplantados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Morais Busatto Gerhardt

    2011-06-01

    Full Text Available Na atualidade, o mundo está enfrentando uma epidemia de doença renal crônica (DRC. Bases de dados contendo informações sobre os pacientes no estágio terminal da doença renal (DRCt, especialmente nos Estados Unidos, foram as fontes das primeiras informações a respeito deste assunto. O Brasil possui a terceira maior população em diálise no mundo, e atualmente existem cerca de 680 centros de diálise, distribuídos por todas as unidades da federação, atendendo uma população estimada em quase 90.000 pacientes. O envolvimento cutâneo na insuficiência renal crônica é caracterizado por uma diversidade de manifestações, as quais podem ser relacionadas a três processos: à doença renal primária; ao estado urêmico ou a medidas terapêuticas empregadas no seu manuseio. As alterações dermatológicas nessas duas classes de pacientes, dialisados e transplantados, já foram motivo de diversos estudos. Nos últimos anos, entretanto, grandes progressos foram alcançados nestas duas modalidades terapêuticas, os quais podem ter modificado tanto o tipo de alteração dermatológica associada a estas duas condições, quanto a sua intensidade ou frequência. Este artigo tem como objetivo oferecer uma atualização sobre o tema dermatoses em hemodialisados e transplantados.

  13. Prevalência de diabetes mellitus em pacientes renais crônicos sob hemodiálise em Porto Alegre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jayme Eduardo Burmeister

    2012-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A causa mais frequente de insuficiência renal crônica (IRC nos pacientes iniciando tratamento dialítico nos países desenvolvidos é o diabetes mellitus (DM, com índices crescentes e que hoje se aproximam de 50%. No Brasil, os dados disponíveis indicam que essa prevalência é inferior, em torno de 27%, embora venha aumentando. OBJETIVOS: Estimar a prevalência de DM na população adulta de pacientes em tratamento hemodialítico por IRC em Porto Alegre, Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal descritivo, quantitativo e analítico, com inquérito sobre a prevalência de DM entre os 1.288 pacientes em tratamento por hemodiálise (HD crônica nas 15 clínicas do município nos meses de junho e julho de 2009. Resultados: 488 pacientes diabéticos foram identificados, uma prevalência de 37,9%, variando de 21 - 75% nas diferentes clínicas da cidade. CONCLUSÕES: A prevalência de DM entre pacientes em HD crônica em Porto Alegre é muito superior ao que tem sido atribuído como causa de IRC no país, o que indica a possibilidade de que essa etiologia de IRC possa estar sendo subestimada.

  14. Manifestações retinianas em pacientes portadores de anemia de células falciformes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmundo Frota de Almeida Sobrinho

    2011-10-01

    Full Text Available A Organização Mundial de Saúde estima que mais de 5% da população mundial seja portadora de algum tipo de hemoglobinopatia. Dentre essas encontramos a anemia de células falciformes, que tem seu principal efeito lesivo sobre a vasculatura periférica. Na retina, as lesões falciformes possuem fisiopatologia e classificação bem definidas. O objetivo é identificar as manifestações retinianas à anemia falciforme em pacientes encaminhados ao Hospital Bettina Ferro de Souza a partir do Hemocentro do Estado do Pará - HEMOPA. MÉTODOS: No Serviço de Oftalmologia do Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza realizou-se em cinquenta pacientes portadores de anemia de células falciformes, sendo 37 genótipo SS e 13 genótipo SC, foram acompanhados pelo ambulatório de anemia falciforme do HEMOPA e selecionados aleatoriamente, sendo submetidos à entrevista para registro de sexo; idade; cor; genótipo; alterações oculares; medicamentos utilizados. exame oftalmológico, incluindo angiofluoresceínografia nos casos com alteração retiniana. RESULTADOS: Registro em protocolo de pesquisa e posteriormente submetidos à análise estatística utilizando o teste estatístico Qui-quadrado e p<0,05. Oitenta e oito por cento dos pacientes estudados não possuíam qualquer lesão retiniana falciforme, 3% apresentaram oclusão vascular periférica, em 2% evidenciou-se placa pigmentada, e 7% apresentaram lesões não compatíveis com a doença falciforme; quanto ao sexo houve proporcionalidade de 50% para ambos; faixa etária de maior predominância foi a de 11 e 15 anos com 38%, 74% enquandraram-se no genótipo SS e 26% no SC. Em relação ao uso de medicamentos, notou-se maior prevalência de alterações oculares nos pacientes que faziam uso do ácido fólico isolado com 5%, em contraste com aqueles em uso da associação hidróxiuréia e ácido fólico em que todos (27% possuíam exame fundoscópico normal. Todos os pacientes (29% com

  15. Disfunções orofaciais nos pacientes em tratamento ortodôntico Orofacial dysfunctions in pacient under orthodontic treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Tostes Vieira Maciel

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a necessidade de intervenção fonoaudiológica nos pacientes em tratamento na clínica ortodôntica da Universidade Federal de Juiz de Fora. MÉTODOS: foram feitos exames clínicos, aplicação de questionário e análise de prontuários clínicos de 42 pacientes em tratamento ortodôntico na Universidade Federal de Juiz de Fora. A primeira fase do presente estudo foi composta pela avaliação da posição habitual da língua, função da respiração, deglutição e fala. Em seguida, foram obtidos dados sobre aspectos morfológicos da oclusão dentária e informações sobre a presença de hábitos orais deletérios. RESULTADOS: notou-se que 92% dos examinados apresentavam alterações na mastigação e na deglutição e 52% tinham alguma disfunção na fala. A comparação gráfica das medidas de cada uma das variáveis sugere que há uma tendência maior a ter alteração na mastigação os indivíduos que se encontram em tratamento ordodôntico há um tempo superior ou igual a 19 meses. O mesmo já não é válido para os indivíduos que apresentaram alterações na fala e deglutição. CONCLUSÃO: Observou-se com o presente estudo a importância da intervenção fonoaudiológica, especialmente nas alterações da mastigação, na fase inicial do tratamento odontológico.PURPOSE: to evaluate the need for speech therapy intervention in patients treated in the orthodontic clinic of the Federal University of Juiz de Fora. METHODS: clinical examinations, application of questionnaire and clinical medical register analysis of 42 patients under orthodontic treatment in the Federal University of Juiz de Fora had been carried out. The first phase of this study was made up by the evaluation of the habitual tongue position, breathing function, deglutition and speech. Soon afterwards, data were obtained on morphologic aspects of the dental occlusion and information on the presence of deleterious oral habits. RESULTS: one noticed that

  16. Tuberculose refratária disseminada com acometimento do tendão bicipital em paciente imunocompetente Disseminated refractary tuberculosis with biceps tendon involvement in an immunocompetent patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo dos Reis Oliveira

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Relatar um caso raro de tuberculose disseminada em paciente imunocompetente, que evoluiu, durante o tratamento medicamentoso padrão, com envolvimento do tendão da porção longa do bíceps e da articulação do ombro. MÉTODOS: À primeira avaliação, o diagnóstico correto não foi feito e o paciente foi tratado com fisioterapia para tendinopatia do manguito rotador. Entretanto, apresentou rápida formação de massa na região anterior do terço proximal do braço e piora da dor. A punção da massa revelou líquido amarelado, cuja análise laboratorial confirmou tratar-se de infecção por M. tuberculosis. RESULTADOS: O paciente foi tratado com desbridamento cirúrgico e troca do esquema medicamentoso e evoluiu com resolução do quadro infeccioso e melhora completa da função do ombro direito. CONCLUSÃO: Devido a sua alta prevalência no Brasil, a tuberculose deve sempre ser considerada no diagnóstico diferencial dos casos de comprometimento crônico e progressivo das articulações, ossos, músculos, tendões e bursas, mesmo em indivíduos imunocompetentes.OBJECTIVE: The authors report a rare case of disseminated tuberculosis which had compromised the long head of biceps tendon and shoulder joint, during standard drug therapy. METHODS: On a first sight, the accurate diagnosis wasn't accomplished and the patient had been treated with physiotherapy for rotator cuff tear. However, the patient presented with a fast growing mass in anterior region of the proximal third of the arm, complaining of pain increase. Aspirative punction of the mass revealed a yellow fluid and the laboratorial analysis confirmed infection by M. Tuberculosis. The patient was treated with surgical debridement and his drug therapy was changed. RESULTS: Resolution of infectious status and complete shoulder function restoration was succeeded. CONCLUSION: Due to its high prevalence in Brazil, tuberculosis must always be considered as a possible cause of

  17. Alterações retinianas apresentadas em pacientes portadores de hemoglobinopatia falciforme atendidos em um Serviço Universitário de Oftalmologia

    OpenAIRE

    Luiz Guilherme Azevedo de Freitas; David Leonardo Cruvinel Isaac; William Thomas Tannure; Elisa Vieira da Silva Lima; Murilo Batista Abud; Renato Sampaio Tavares; Clovis Arcoverde de Freitas; Marcos Pereira de Ávila

    2011-01-01

    OBJETIVOS: Identificar os principais achados fundoscópicos em pacientes portadores de anemia falciforme encaminhados a um Serviço Oftalmológico de Referência em Goiânia (GO). MÉTODOS: Foram realizados exames oftalmológicos em 50 pacientes (100 olhos) portadores de hemoglobinopatia falciforme para observar quais as alterações retinianas mais comuns nesse grupo. RESULTADOS: O tipo de hemoglobinopatia mais encontrado foi o SS, seguido pelas hemoglobinopatias SC, AS e Sthal. Dentro da amostra est...

  18. Detecção de podocitúria em pacientes com nefrite lúpica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amelia Rodrigues Pereira Sabino

    2013-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A podocitúria tem sido detectada em doenças glomerulares, tais como em nefrite lúpica (NL, em que a proteinúria é uma manifestação importante, e sua ocorrência parece limitar-se à fase ativa da doença. OBJETIVO: Avaliar a podocitúria por imunofluorescência em pacientes portadores de NL e verificar possível associação com atividade clínica da doença. MÉTODOS: Foram avaliados 56 pacientes com NL. Os pacientes foram divididos em três grupos de acordo com o grau de atividade clínica: Grupo B, sem atividade (n = 17; Grupo C, com atividade discreta (n = 29 e Grupo D, moderada a grave (n = 10. Como grupo controle, foram incluídos 29 indivíduos saudáveis (Grupo A. A podocitúria foi estudada por meio de imunofluorescência indireta, usando-se anticorpos primários antipodocina, nefrina e sinaptopodina, e anticorpo secundário conjugado à FITC. Também foram avaliados os níveis de creatinina sérica e da relação proteína/creatinina (P/C urinária, assim como a presença de hematúria e leucocitúria. RESULTADOS: A podocitúria com antipodocina e com antissinaptopodina correlacionou-se estatisticamente com a relação P/C (p = 0,001 e p = 0,013, respectivamente. Tanto a podocitúria com antipodocina, quanto a relação P/C, apresentaram correlação significante (p < 0,001 com a graduação de atividade da doença na NL, diferentemente do que se observou com os outros dois anticorpos, antinefrina e antissinaptopodina. CONCLUSÃO: Nossos achados sugerem que a pesquisa de podocitúria com anticorpos antipodocina poderia ser útil no acompanhamento de pacientes com NL, fornecendo dados relevantes quanto à atividade da doença.

  19. Expressão de interleucina-17A em pacientes com polipose nasossinusal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Ameloti Gomes Avelino

    2013-10-01

    Full Text Available Polipose nasossinusal (PNS é uma afecção inflamatória crônica das cavidades nasais/paranasais que afeta 1%-4% da população. Pólipos parecem ser uma manifestação inflamatória crônica da mucosa do seio nasal/paranasal em indivíduos alérgicos e não alérgicos; porém, a patogênese da PNS permanece desconhecida. A interleucina-17A (IL-17A é uma citocina chave em muitas doenças inflamatórias. Pouca atenção tem sido dada ao papel da IL-17A em distúrbios inflamatórios crônicos. OBJETIVO: Investigar a expressão da IL-17A na PNS e verificar se ela é um marcador de bom ou mau prognóstico. MÉTODO: Estudo prospectivo de 25 pacientes com PNS foram submetidas à técnica de imuno-histoquímica. Após realizarem teste cutâneo, todos os pacientes foram divididos em grupos atópicos e não atópicos e classificados em asmáticos ou não asmáticos. RESULTADOS: A expressão de IL-17A foi observada nos pacientes atópicos e não atópicos; porém, o número de células positivas com IL-17A foi maior nos pólipos nasais de pacientes atópicos que nos não atópicos (p = 0,0128. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que a IL-17A pode desempenhar papel importante na patologia da PNS. Considerando as propriedades inflamatórias da IL-17A, este estudo sugere que a IL-17A pode aumentar a susceptibilidade a atopia e asma.

  20. Histoplasmose do sistema nervoso central: estudo do líquido cefalorraqueano em 8 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.A. Livramento

    1993-03-01

    Full Text Available Foram estudadas 113 amostras de LCR de 8 pacientes no período compreendido entre setembro-1980 e agosto-1992. Todos os pacientes apresentavam quadro clínico e do LCR compatível a processo meningoencefalitico de evolução protraída. Nenhum deles apresentava a síndrome de imunodeficiência adquirida. Em todos foi feito o diagnóstico de histoplasmose do SNC; em todos foram detectados anticorpos a Histoplasma capsulatum no LCR; em um foi isolada a levedura por cultura em meio de Sabouraud. As principais características do LCR por ocasião do diagnóstico foram: pleocitose moderada com predomínio de células lin-fomononucleadas porém com presença de neutrófilos e por vezes eosinófilos; hiperproteinor-raquia moderada; hipoglicorraquia; aumento moderado do teor de globulinas gama. Os pacientes foram acompanhados durante períodos que variaram de 7 a 102 meses e submetidos a exames periódicos de LCR, em função da sintomatologia clínica. O número de células do LCR e a concentração de proteínas totais apresentaram evolução caracterizada pela ocorrência de episódios de exacerbação com perfil parcialmente dissociado, favorecendo as proteínas. As concentrações de glicose eram moderadamente baixas sendo os menores valores coincidentes aos períodos de exarcebação do número de células. Os teores de globulinas gama apresentaram também oscilações, porém menos evidentes. Submetidos os pacientes a tratamento eficaz, ocorreu no LCR: rápida diminuição do número de células; aumento da taxa de glicose; lento decréscimo dos aumentos de proteínas e de globulinas gama.

  1. Descalonamento, adequação antimicrobiana e positividade de culturas em pacientes sépticos: estudo observacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Barberena Moraes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a prevalência de descalonamento antibiótico em pacientes com diagnóstico de sepse grave ou choque séptico em hospital acadêmico, público e terciário, além da adequação antibiótica e da positividade de culturas. Métodos: Foram analisadas prevalência de descalonamento, adequação antibiótica e positividade de culturas entre portadores de sepse grave e choque séptico, entre abril e dezembro de 2013, em uma unidade de terapia intensiva de um hospital universitário terciário. Resultados: Entre os 224 pacientes incluídos, o descalonamento era possível em 29,4% dos casos (66 pacientes, mas foi implementado em 19,6% deles (44 pacientes. Entre os pacientes que receberam descalonamento, metade foi por estreitamento de espectro antimicrobiano. A mortalidade foi de 56,3%, não havendo diferença entre pacientes com ou sem descalonamento (56,8% versus 56,1%; p = 0,999, assim como no tempo de internação. Terapia antimicrobiana empírica foi adequada em 89% dos casos. Houve isolamento de germe em 30% de todas as culturas e em 26,3% das hemoculturas. Conclusão: A taxa de adequação antibiótica empírica foi alta, refletindo ativa política institucional de monitorização do perfil epidemiológico e protocolos institucionais de uso de antimicrobianos. No entanto, o descalonamento antimicrobiano poderia ter sido maior do que o registrado. O descalonamento não impactou mortalidade.

  2. A enfermagem no manejo da dor em pessoas com úlcera venosa: revisão integrativa Nursing in the management of pain in people with venous ulcer: integrative review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samilly Márjore Dantas Liberato

    2016-04-01

    Full Text Available Objetivo: sintetizar o conhecimento produzido sobre as intervenções utilizadas para o manejo da dor em pessoas com úlcera venosa. Métodos: revisão integrativa da literatura realizada em junho de 2013 nas bases de dados PubMed, CINAHL, ISI Web of Knowledge, SCOPUS, The Cochrane Library e LILACS. Para o levantamento das publicações foram utilizados descritores do vocabulário MeSH – Medical Subject Headings: “Venous ulcers”; “Pain Management” e “Nursing”.  Resultados: foram selecionados sete artigos e estes apresentaram intervenções do tipo farmacológicas - curativos contendo ibuprofeno, técnicas como musicoterapia, aromoterapia e laserterapia e participação em grupos de apoio. Conclusão: concluiu-se que existe um déficit de estudos sobre o manejo da dor, contudo sugere-se a implementação das atividades de intervenção encontradas para realização de uma assistência eficaz e holística.

  3. Manobra de recrutamento alveolar e suporte ventilatorio perioperatorio em pacientes obesos submetidos a cirurgia abdominal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Forgiarini Junior

    2013-12-01

    Full Text Available O desenvolvimento da cirurgia abdominal proporcionou uma alternativa terapêutica para obesos mórbidos; entretanto, os pacientes submetidos a esse procedimento frequentemente apresentam complicações pulmonares pós-operatórias. Uma possível alternativa para a redução dessas complicações é a utilização da manobra de recrutamento alveolar e/ou estratégias ventilatórias perioperatórias, com foco na redução das complicações pulmonares pós-operatórias. Nesta revisão, são descritos os benefícios de estratégias ventilatórias perioperatórias, assim como a realização de manobra de recrutamento alveolar em pacientes obesos submetidos a cirurgia abdominal.

  4. Abscesso cerebral por Nocardia sp em paciente imunossuprimido Brain abscess by Nocardia sp in immunocompromised patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Hueb Barata

    2000-12-01

    Full Text Available Paciente portadora de anemia hemolítica autoimune e púrpura trombocitopênica idiopática (Síndrome de Evans em uso de terapia imunossupressora (predinisona e azatioprina, desenvolveu quadro de abscesso cerebral não responsivo a 23 dias de terapia antimicrobiana. O diagnóstico de nocardiose foi possível após coleta de material de abscesso peribulbar e observação deste material por período superior há uma semana.Pacient with autoimmune haemolytic anaemia and thrombocytopenic purpura (Evans Syndrome, treated with immunosuppressive therapy (prednisone and azathioprine developed brain abscess unresponsive to antimicrobial therapy, in spite of its 23 days duration. Diagnosis could be possible after recover secretion of peribulbar abscess and maintenance of this material over seven days in incubation.

  5. Gliossarcoma de tronco cerebral em paciente pediátrico: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moreira Roger Klein

    2004-01-01

    Full Text Available Os autores relatam o caso de um paciente branco, de quatro anos de idade, com comprometimento neurológico progressivo. Tomografia computadorizada do crânio e ressonância magnética evidenciaram lesão expansiva no tronco cerebral. Subseqüentemente, foi feito diagnóstico histopatológico de gliossarcoma. Trata-se de um tumor raro do sistema nervoso central que, na grande maioria dos casos, acomete pacientes acima dos 40 anos de idade e tem localização supratentorial. Há poucos casos relatados de gliossarcomas em crianças, sobretudo na região infratentorial. Dados epidemiológicos, assim como achados mais freqüentes na tomografia computadorizada e ressonância magnética, são discutidos.

  6. Prognóstico em médio prazo da cintilografia de perfusão miocárdica de estresse na unidade de dor torácica Medium term prognostic value of stress myocardial perfusion scintigraphy in a chest pain unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jader Cunha de Azevedo

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar o valor prognóstico da cintilografia de perfusão miocárdica (CPM de estresse quando aplicada aos pacientes com suspeita de síndrome coronariana aguda (SCA. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, onde pacientes internados na unidade de dor torácica (UDT, de dezembro de 2002 a abril de 2004, com suspeita de SCA, depois de afastado infarto agudo do miocárdio (IAM ou de angina instável de alto risco, realizaram CPM sob estresse. RESULTADOS: Selecionados 301 pacientes, idade média 65,3±12,5 anos e 164 (54,5% homens. O exame foi iniciado em média 13±12 horas após a internação. Encontrou-se isquemia miocárdica (ISQ em 142 pacientes (47,2%. O sexo masculino (n=94, p=OBJECTIVE: To evaluate the prognostic value of stress myocardial perfusion scintigraphy (MPS applied to patients with suspected acute coronary syndrome (ACS. METHODS: Retrospective study. Patients with suspected acute coronary syndrome (ACS admitted into the chest pain unit (CPU from December 2002 to April 2004, after exclusion of acute myocardial infarction (AMI and high risk unstable angina they underwent stress MPS. RESULTS: Selected 301 patients, 65.3 ± 12.5 years and 164 (54.5% male gender. The test was performed 13 ± 12 hours after admission. Myocardial ischemia (ISQ was found in 142 patients (47.2%. Male gender (n=94, p=<0.0001, history of diabetes mellitus (n=31, p=0.033, past of AMI (n=52, p=<0.0001, past of surgical myocardial revascularization (n=46, p=<0.0001 and past of percutaneous revascularization (n=68, p=<0.0001 presented correlation with ISQ. The follow-up was 697.7 ± 326.6 days. No MPS variable correlated with the occurrence of primary outcome. Abnormal scintigraphy (n=76, p < 0.0001, ISQ (n=73, p < 0.0001 and post-stress left ventricular ejection fraction below 45% (n=21, p=0.006 correlated with secondary outcome. The presence of ISQ was the major variable in the multivariate analysis for the prediction of secondary outcome (RR = 6.5; CI

  7. Farmacoterapia adjuvante no tratamento da dor oncológica - doi:10.5020/18061230.2008.p112

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Objetivo: Avaliar o tratamento farmacoterapêutico adjuvante analgésico em pacientes oncológicos. Métodos: Analisaram-se os prontuários de 63 pacientes portadores de neoplasias malignas, que também responderam a uma entrevista constando os seguintes dados: descrição da dor quanto à localização, intensidade (pela escala numérica de 0 a 10) e alívio. Além disso, os esquemas analgésicos foram agrupados em compatível e não compatível, baseando-se na escala analgésica (Numeral Rating Scale) da Orga...

  8. Associação entre a dor músculo-esquelética e o uso de mochilas em crianças de idade escolar

    OpenAIRE

    Moreira, Diogo; Festas, Clarinda; Lourenço, Manuel

    2010-01-01

    Pretendeu-se avaliar a presença de dor músculo-esquelética e a sua associação com o género, o ano escolar, o peso relativo e o tipo de transporte da mochila, e também averiguar a distribuição de dor, consoante os pesos relativos das mochilas (15%). Foram recolhidos 104 questionários, adequadamente preenchidos, com a identificação e as características antropométricas, a distribuição de dor num bodychart e as características da mochila. A amostra foi constituída por 54,8% de rapa...

  9. Correlation between symptoms and sagittal alignment parameters in patients with lumbar canal stenosis: a case-control study Correlación entre síntomas y parámetros de alineación sagital en pacientes con estenosis del canal lumbar: un estudio de control de casos Correlação entre os sintomas e os parâmetros de alinhamento sagital em pacientes com estenose do canal lombar: estudo de caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Tadeu Maia Cavali

    2012-12-01

    hospital universitário público para tratamento da estenose de canal lombar (ECL entre julho de 2010 e outubro de 2011, com mais de 40 anos e dor lombar mais radiculopatia ou claudicação neurogênica e controle sem ECL. Ressonância magnética e radiografias permitiram as medidas dos parâmetros do eixo sagital. Foram analisados dados clínicos, índice de disfunção de Oswestry e escala visual analógica de dor. RESULTADOS: Vinte e três pacientes estavam no grupo Estenose e dezessete eram controles. O grupo Estenose apresentou menores valores de lordose lombopélvica total e lordose regional em L1, L2 e L3. Em pacientes com ECL e dor lombar, a lordose total lombopélvica e a lordose regional em L1, L2 e L3 eram menores. Naqueles com estenose e radiculopatia, houve valores maiores de desvio pélvico e lordose lombopélvica total e lordose regional em L1 e L2. Em pacientes com claudicação, lordose lombopélvica regional e compensação (offset sagital em T9 foram menores. Todos os pacientes com dor tinham valores maiores de cifose torácica, lordose lombopélvica regional em L1, menores valores de desvio pélvico, offset sagital em T1, distância sacro-femoral e protuberância comparados com pacientes sem dor. CONCLUSÕES: O estudo mostra correlações significativas entre sintomas e parâmetros do eixo sagital entre pacientes com e sem ECL e também em subgrupos de pacientes com estenose e diferentes queixas.

  10. Cafeína para o tratamento de dor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Tavares

    2012-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cafeína é uma substância amplamente consumida com efeitos em diversos sistemas e que apresenta farmacocinética e farmacodinâmica características, causando interações com diversos medicamentos. O objetivo deste estudo é fazer uma revisão sobre os efeitos da cafeína. CONTEÚDO: Nesta revisão, são abordados a farmacologia da cafeína, os mecanismos de ação, as indicações, as contraindicações, as doses, as interações e os efeitos adversos. CONCLUSÕES: Faltam estudos controlados, randomizados e duplos-cegos para avaliar a eficácia analgésica da cafeína nas diversas síndromes dolorosas. Em pacientes com dor crônica, é necessário ter cautela em relação ao desenvolvimento de tolerância, abstinência e interação medicamentosa no uso crônico de cafeína.

  11. Infecções da corrente sangüínea em pacientes em uso de cateter venoso central em Unidades de Terapia Intensiva

    OpenAIRE

    2007-01-01

    Os cateteres venosos centrais (CVC), utilizados, principalmente em unidades de terapia intensiva-UTIs, são importantes fontes de infecção da corrente sangüínea (ICS). Este estudo epidemiológico analítico, tipo coorte prospectiva, enfoca a incidência de ICS, fatores de risco associados e ações assistenciais relacionadas ao uso desses cateteres em 7 UTIs no Distrito Federal. Dos 630 pacientes com CVC, 6,4% apresentaram ICS (1,5% relacionadas ao cateter e 4,9% ICS-Clínica). A permanência de inte...

  12. Reabilitacao cardiaca em pacientes submetidos a cirurgia de revascularizacao do miocardio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Aikawa

    2014-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os programas de reabilitação cardíaca (PRC vêm diminuindo a morbidade e a mortalidade em pacientes após cirurgias de revascularização do miocárdio (CRM. OBJETIVO: Observar a adesão de pacientes submetidos à CRM isoladamente na fase tardia a um PRC e analisar a qualidade de vida e capacidade funcional antes e após o treinamento físico de três meses de PRC. MÉTODOS: Foram contatados todos os pacientes submetidos à CRM isoladamente no período de um ano para participarem de um PRC com duração de três meses com três sessões semanais de uma hora de duração. Todos os pacientes realizaram exames bioquímicos de sangue, teste de força muscular de uma repetição máxima (1-RM para membros superiores e inferiores, teste de caminhada dos 6 minutos (TC6 e responderam o questionário de qualidade de vida SF-36 antes e após o treinamento. RESULTADOS: De todos os 86 pacientes contatados, apenas 13% (n = 11 concluíram o PRC. A média de idade foi 67 ± 9 anos. O sexo masculino foi predominante, 73% (oito homens. Não houve alterações significativas nos exames bioquímicos laboratoriais. No TC6 houve um aumento significativo na distância percorrida (p = 0,014; quanto à força muscular houve um aumento significativo na carga para o teste em membros superiores (p = 0,043; e no questionário SF-36 não observamos diferenças significativas nos escores antes e depois dos três meses de PRC. CONCLUSÃO: A adesão ao PRC foi baixa, logo é de suma importância a divulgação da participação de pacientes que realizaram CRM nesses programas para proporcionar maior capacidade funcional.

  13. Doses extracranianas em pacientes submetidos a radiocirurgia estereotáxica para tumores cerebrais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Salete Fonseca dos Santos Lundgren

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a dose extracraniana nos olhos, tireoide, tórax e pelve em pacientes submetidos a radiocirurgia com acelerador linear de 6 MV. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados 11 pacientes com tumores cerebrais primários (7 pacientes e secundários (4 pacientes, sendo que dois destes apresentavam duas lesões. Para a estimativa da dose extracraniana, foram utilizados dosímetros termoluminescentes. Foram utilizados cones de 1,50 a 3,75 cm e as doses de radiação variaram de 1300 a 2000 cGy. RESULTADOS: A idade média dos pacientes foi de 52 anos, sendo 63,6% do sexo feminino e 36,4% do sexo masculino. As localizações das lesões foram: nervo acústico direito (1, frontal (2, parietal (5, occipital direito (1, cerebelar (2 e parassagitais (2. Os valores médios das doses recebidas na região entre os olhos foram de 5,1 cGy; no olho direito, de 4,8 cGy; no olho esquerdo, de 6,5 cGy; na tireoide, de 4,2 cGy; no tórax, de 1,65 cGy; e na pelve, de 0,45 cGy. CONCLUSÃO: Estes resultados mostram que embora as doses não ultrapassem os limites de tolerância para ocorrência da opacidade do cristalino, é importante que os médicos radioterapeutas considerem os riscos de dose de radiação nessas regiões durante o planejamento de procedimentos de radiocirurgia craniana.

  14. Frequency of depression among patients with neurocysticercosis Depressão em pacientes portadores de neurocisticercose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Monteiro de Almeida

    2010-02-01

    Full Text Available Neurocysticercosis (NCC is a common central nervous system infection caused by Taenia solium metacestodes. OBJECTIVE: To investigate the occurrence of depression in patients with calcified NCC form. The study group consisted of 114 patients subdivided in four groups: NCC with epilepsy, NCC without epilepsy, epilepsy without NCC and chronic headache. METHOD: Depression was evaluated and quantified by the Hamilton Rating Scale for Depression (HRSD-21. RESULTS: Percentage of patients with depression was as follows: group 1 (83%; group 2 (88%; group 3 (92%; group 4 (100%. The majority of patients had moderate depression. CONCLUSION: Incidence of depression in all groups was higher than in the general population. It is possible that, in a general way, patients with chronic diseases would have depression with similar intensity. NCC is associated with the presence of depression.Neurocysticercose (NCC é uma infecção do sistema nervoso central comum causada por metacestodes da Taenia solium. OBJETIVO: investigar a ocorrência de depressão nos pacientes com NCC forma calcificada. O grupo de estudo é formado por 114 pacientes subdivididos em quatro grupos: NCC com epilepsia, NCC sem epilepsia, epilepsia sem NCC e cefaléia crônica. MÉTODO: A presença de depressão foi determinada e quantificada pela Escala de Depressão de Hamilton (HRSD-21. RESULTADOS: A porcentagem de pacientes com depressão foi: grupo 1 (83%; grupo 2 (88%; grupo 3 (92%; grupo 4 (100%. A maioria dos pacientes apresentou depressão moderada. CONCLUSÃO: A incidência da depressão em todos os grupos foi mais elevada do que na população geral, contudo não houve diferença entre os grupos estudados. É possível que, de uma maneira geral, os pacientes portadores de doença crônica apresentarem a depressão em intensidade similar. NCC está associada com a presença de depressão.

  15. Responsividade à tetrahidrobiopterina em pacientes com deficiência de fenilalanina hidroxilase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Giugliani

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar indivíduos responsivos à tetrahibrobiopterina (BH4 em uma amostra de pacientes brasileiros com hiperfenilalaninemia por deficiência de fenilalanina-hidroxilase (HPA-PAH. MÉTODOS: Estudo intervencional, amostragem por conveniência. Para serem incluídos no estudo, os pacientes deveriam: possuir diagnóstico bioquímico de HPA-PAH; ter idade > 7 anos; estar em tratamento dietético; e apresentar níveis de fenilalanina (Phe > 6 mg/dL em todas as medidas realizadas no ano anterior à inclusão no estudo. Os níveis de Phe foram determinados por meio de espectrometria de massas in tandem no dia anterior (dia 1 e nos pontos de hora 0, 4 e 8 h (dia 2 e 24 h (dia 3 após ingestão de BH4. Os critérios utilizados para definir responsividade ao BH4 foram: critério 1-redução > 30% de Phe após 8 h da administração de BH4; e critério 2-redução > 30% de Phe após 24 h da administração. RESULTADOS: Dezoito pacientes foram incluídos no estudo (mediana de idade = 14 anos, sexo masculino = 12. Cinco pacientes foram responsivos ao BH4, sendo três (forma clássica: um; forma leve: dois de acordo com ambos os critérios, e dois (forma clássica: um; forma não definida: um de acordo com o critério 2. Os níveis de Phe plasmáticos do dia 1 não demonstraram variação nos pontos de hora (p = 0,523. Entretanto, quando comparamos os níveis de Phe nos pontos de hora dos dias 1 e 2, encontramos uma variação significativa (p = 0,006. A análise da associação genótipo-fenótipo confirmou o caráter multifatorial da responsividade ao BH4. CONCLUSÃO: Os nossos achados estão de acordo com a literatura e indicam que um número relevante de pacientes brasileiros com HPA-PAH é responsivo à BH4.

  16. Comparação dos efeitos da estimulação elétrica nervosa transcutânea e da hidroterapia na dor, flexibilidade e qualidade de vida de pacientes com fibromialgia Comparison of transcutaneous electrical nerve stimulation and hydrotherapy effects on pain, flexibility and quality of life in patients with fibromyalgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Fernandes Gomes da Silva

    2008-01-01

    Full Text Available Este estudo visou comparar a eficácia da hidroterapia e da estimulação elétrica transcutânea do nervo (TENS na melhora da sintomatologia de pacientes com fibromialgia Participaram do estudo 10 sujeitos com fibromialgia (48,8±9,8 anos divididos em dois grupos: um tratado com hidroterapia e outro com TENS. Todos foram avaliados antes e após o tratamento quanto à flexibilidade (pelo índice terceiro dedo-solo, dor (por escala visual-analógica, qualidade de vida relacionada à saúde (pelos questionários SF-36 e Nottingham Health Profile - NHP e tendência à depressão (pelo Inventário de Beck. Os dados foram tratados estatisticamente, com nível de significância fixado em pThe purpose of this study was to compare the effects of hydrotherapy and of transcutaneous electric nerve stimulation (TENS on symptomology of patients with fibromyalgia. Ten subjects (aged 48.8±9.8 years with fibromyalgia were divided into two groups, one treated with hydrotherapy, the other with TENS. All were evaluated before and after treatment as to flexibility (by means of the fingertip-to-floor test, pain (by visual analogue scale, health-related quality of life (by the SF-36 and the Nottingham Health Profile - NHP - questionnaires and trend to depression (by the Beck's Depression Inventory. Data were statistically analysed, and significance level set at p<0.05. Results show that patients treated with TENS had significant pain reduction and better quality of life as measured by the SF-36 and some NHP items, while patients treated with hydrotherapy showed improvement in SF-36 scores. It may hence be said that both treatments were efficient in improving physical functioning, but TENS produced better results in relieving pain and in a greater number of variables, suggesting that it is more efficient for treating fibromyalgia.

  17. Pneumomediastino em paciente asmático: um relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose Inácio Pereira Rocha

    2016-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O pneumomediastino espontâneo (síndrome de Hamman trata- se da presença de ar livre no mediastino, não sendo resultado de trauma, cirurgias ou outros procedimentos. Tal síndrome observa-se com baixa prevalência, que estima-se entre 0,001% e 0,01%. Entre os fatores desencadeantes da doença, destacam-se exercícios físicos, trabalho de parto, cetoacidose diabética podendo causar ruptura alveolar gerando uma alta pressão intra-alveolar, de uma baixa pressão perivascular, ou de ambas. Após o evento inicial, o ar penetra livremente no mediastino durante o ciclo respiratório, buscando equilibrar os gradientes pressóricos. Algumas patologias estão associadas a tal quadro, como doenças intersticiais pulmonares, enfisema pulmonar, asma, bronquiectasias, entre outras patologias pulmonares. A radiografia do tórax costuma ser o primeiro exame realizado na triagem de pacientes com suspeita de pneumomediastino. Segundo estudos, na maior parte dos casos o tratamento é conservador, limitando-se a repouso e analgesia se necessário. OBJETIVOS: Este trabalho visa relatar uma patologia rara em adultos, seu quadro clínico e manejos. RELATO DE CASO: Paciente AMC de 23 anos apresentou subitamente edema cervical e em face, dispneia em repouso e rouquidão após demasiado esforço físico. Ao exame físico apresentava crepitações à palpação do processo xifoide até seio maxilar, com maior intensidade na região cervical. Na radiografia apresentava sinais de enfisema. Paciente com agravante de asma. CONCLUSÃO: Caso interessante de curso autolimitado de baixa prevalência.

  18. Fisioterapia respiratoria na pressao intracraniana de pacientes graves internados em unidade de terapia intensiva: revisao sistematica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Lima Ferreira

    2013-12-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar os desfechos aumento/diminuição da pressão intracraniana e/ou queda da pressão de perfusão cerebral, proporcionados pela fisioterapia respiratória em pacientes graves assistidos em unidade de terapia intensiva. Métodos: Por meio de uma revisão sistemática da literatura, foram selecionados ensaios clínicos publicados entre 2002 e 2012. A busca envolveu as bases de dados LILACS, SciELO, MedLine e PEDro, usando os descritores "physical therapy", "physiotherapy", "respiratory therapy" e "randomized controlled trials" em cruzamento com o descritor "intracranial pressure". Resultados: Foram incluídos 5 estudos, que somaram 164 pacientes, com média de idade entre 25 e 65 anos, e que indicaram que as manobras de fisioterapia respiratória aumentaram significativamente a pressão intracraniana, sem alterar a pressão de perfusão cerebral. Os artigos abordaram as técnicas de vibração, vibrocompressão, tapotagem, drenagem postural, além da manobra de aspiração intratraqueal. Todos os pacientes estavam sob ventilação mecânica invasiva. Conclusão: A fisioterapia respiratória promove aumento da pressão intracraniana. Os estudos sugerem que não há repercussões hemodinâmicas e respiratórias a curto prazo ou alteração da pressão de perfusão cerebral. Entretanto, não há estudos que avaliem desfechos clínicos e que assegurem a segurança das manobras.

  19. Avaliacao da espessura medio-intimal em pacientes com doenca renal cronica nao dialitica: estudo prospectivo de 24 meses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Gaspar Marcos

    2014-03-01

    Full Text Available Introdução: O aumento da espessura média-intimal (EMI avaliada por ultrassom é um preditor de risco cardiovascular na população geral. Porém, em pacientes com doença renal crônica nos estágios iniciais, essa associação ainda não está bem estabelecida. Objetivo: Avaliar a associação EMI com a ocorrência de eventos cardiovasculares e mortalidade em pacientes nos estágios iniciais da doença renal crônica. Métodos: A análise post hoc de uma coorte de pacientes nos estágios 2-4 da DRC. Foram avaliados dados laboratoriais, ultrassom da artéria carótida e tomografia coronariana no início do estudo e a ocorrência de óbito, em seguimento por 24 meses. Resultados: Um total de 117 pacientes (57 ± 11 anos, 61% sexo masculino foram avaliados. A taxa de filtração glomerular foi 36 ± 17 mL/min, 96% dos pacientes eram hipertensos, 23% diabéticos e 27% obesos. Calcificação arterial coronariana esteve presente em 48% dos pacientes, sendo mais prevalente em pacientes nos estágios mais avançados da DRC (p = 0,02. EMI foi 0,6 mm (0,4-0,7 mm. Comparado aos pacientes com EMI < 0,6mm, aqueles com EMI ≥ 0,6 mm eram mais velhos (p = 0,001, apresentavam maior prevalência do sexo masculino (p = 0,001, menor taxa de filtração glomerular (p = 0,01 e maior proporção de pacientes com calcificação (p = 0,001. Não foi observada relação entre a espessura média-intimal e a ocorrência de evento cardiovascular e óbito. Conclusão: A espessura médio-intimal em pacientes DRC se associou à calcificação coronariana, mas não à ocorrência de eventos cardiovasculares e óbito, em um seguimento de 24 meses.

  20. Cinesioterapia previne ombro doloroso em pacientes hemiplégicos/paréticos na fase sub-aguda do acidente vascular encefálico Kinesiotherapy prevents shoulder pain in hemiplegic/paretic patients on sub-acute stage post-stroke

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agnes Irna Horn

    2003-09-01

    Full Text Available CONTEXTO: Ombro doloroso é freqüente em pacientes com hemiplegia/hemiparesia (H/P por acidente vascular encefálico (AVE, dificultando a recuperação neuromotora gerando incapacidade funcional. OBJETIVO: Estudar tratamento fisioterapêutico para a prevenção da dor no ombro com H/P em pacientes com AVE na fase sub-aguda, e analisar desfechos secundários (força muscular do ombro acometido e movimentos funcionais ativos básicos. MÉTODO: Estudaram-se 21 pacientes (12 homens, 9 mulheres; idades 26 a 87 anos com H/P. O tratamento fisioterapêutico consistiu de 30 minutos diários de cinesioterapia, desde as 48 horas após o AVE até a alta hospitalar. Os pacientes foram avaliados antes e após o tratamento em relação à presença ou ausência de dor no ombro H/P, à força dos diversos grupos musculares do ombro e quanto aos movimentos funcionais de transferência e manutenção postural básica. RESULTADOS: Nenhum paciente apresentava dor no ombro H/P na alta (pBACKGROUND: Painful shoulder is considered the most common complication of hemiplegic/parethic (H/P stroke patients. It is a negative factor for neuromotor recovery. PURPOSE: To study the effects of kinesiotherapy treatment on shoulder pain prevention, and as a secondary endpoints, to analyze muscle strength of H/P shoulder looking at basic functional active mobility. METHOD: Twenty one inpatients (12 men, 9 women aged 26 to 87 years, with post-stroke H/P were submitted to thirty minutes daily program kinesiotherapy, started at 48 hours post-stroke up to their hospital discharge. Patients were evaluated pre and post treatment according to the presence or absence of shoulder pain, movements and shoulder strength, and for presence or absence of basic functional movements. RESULTS: No patient complaining of shoulder pain at the hospital discharge (p<0.001. The muscle strength improved signifcantly for elevation, protusion, abduction and flexion of the shoulder (p<0.001. There was