WorldWideScience

Sample records for desigualdades regionais brasileiras

  1. Estratégias e instrumentos de redução das desigualdades regionais: um breve levantamento das políticas regionais em marcha na última década

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Simões Galvanese

    2015-01-01

    Full Text Available As desigualdades regionais foram, durante muito tempo, alvo de iniciativas governamentais voltadas a seu enfrentamento. Contudo, os debates internacionais vêm apontando, nos últimos anos, uma alteração no foco das políticas regionais: de uma lógica redistributiva de apoio a regiões atrasadas para uma lógica de aprimoramento da competitividade econômica de regiões avançadas nos mercados globais. O presente artigo apresenta o início de um levantamento bibliográfico sobre as políticas em marcha, buscando entender em que medida, no amplo leque de estratégias existentes, essa mudança de orientação das intervenções públicas vem acontecendo em diferentes países e quais os seus limites, diante do aprofundamento recente das desigualdades regionais em grande parte dos casos observados.

  2. Evolução e desigualdade na educação brasileira Evolution and inequality in Brazilian education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Abrahão de Castro

    2009-10-01

    Full Text Available Este estudo apresenta a evolução e as desigualdades ainda reinantes nas condições educacionais dos brasileiros. O foco na desigualdade educacional foi adotado por se entender ser este um dos principais problemas que potencializam a manutenção das enormes desigualdades sociais enfrentadas pela população brasileira. A análise mostrou que, apesar da ampliação que vem ocorrendo, ainda existe no Brasil um baixo acúmulo de escolarização; que, a despeito da diminuição da taxa de analfabetismo, persiste ainda um elevado contingente de analfabetos; que, embora tenha ocorrido ampliação do acesso à educação infantil, ainda é muito restrito o acesso às creches e insuficiente para o ensino médio; a insuficiência e o desigual desempenho para conclusão dos ensinos fundamental e médio; e o acesso restrito e desigual à educação superior. Além disso, verificou graves níveis de desigualdade quando se consideraram os aspectos regionais e a renda, sendo que os habitantes da região Nordeste e os mais pobres ficaram em pior situação em quase todos os indicadores analisados.This study presents the evolution and persistent inequalities of Brazilians' educational attainment. Educational inequality is one of the main problems that allow the maintenance of the abysmal social disparities faced by the Brazilian population. Analysis has shown that: schooling accumulation rate is still rather low; despite illiteracy rate reduction, a large absolute number of illiterates still exist; despite the increase of general coverage, nursery school (0-6 years old and secondary school access are still wanting; and primary, secondary and higher education present very unequal patterns of participation and performance. Regarding inequality, this paper reveals that inhabitants of the northeastern region and the poorest deciles have the worst indicators throughout the time span analyzed.

  3. Desigualdades regionais na saúde: mudanças observadas no Brasil de 2000 a 2016

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Vercesi de Albuquerque

    Full Text Available Resumo Avanços na redução da pobreza e das desigualdades nos anos 2000 tiveram efeito paradoxal sobre o território brasileiro. O artigo tem como objetivo analisar como transformações socioeconômicas, de oferta e complexidade de serviços de saúde se expressam nas regiões constituídas para fins de planejamento e gestão intergovernamental do Sistema Único de Saúde. Para isso, procurou-se identificar e explicar diferenciações nas composições das 438 regiões de saúde existentes e sua distribuição espacial, comparando-se situações observadas em 2016 com aquelas encontradas em 2000. Técnicas de análise fatorial e de agrupamentos foram utilizadas para a construção de uma tipologia nos dois anos da série, com base em um conjunto diversificado de fontes de dados secundários. Verificou-se evolução dos níveis de renda e oferta de serviços entre as regiões de saúde, com expressiva melhora nas condições socioeconômicas da população. Os resultados sugerem impactos positivos da combinação de estratégias relacionadas à política social, econômica e regional para a promoção do desenvolvimento com geração de bem-estar de forma mais disseminada no território. Entretanto, permanecem limitações das políticas implementadas para a universalização do sistema de saúde.

  4. Redução da desigualdade da distribuição de renda entre 2001 e 2006 nas macrorregiões brasileiras: tendência ou fenômeno transitório? 2001-2006 income distribution decreasing in the Brazilian regions: tendency or transitory phenomena?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Cacciamali

    2009-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é contribuir para o debate sobre a queda da desigualdade na distribuição domiciliar de renda no Brasil no início do século XXI. Assim, nessa diminuição, analisamos a participação relativa de três fontes de renda (trabalho, aposentadorias e pensões e transferências públicas nas cinco macrorregiões brasileiras - Norte (urbana, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, entre os anos de 2001 e 2006. Para atingir os propósitos, estruturamos o texto em três seções. A primeira seção apresenta aspectos selecionados da literatura especializada brasileira sobre as causas da variação da desigualdade de renda. A segunda apresenta a técnica matemática de decomposição utilizada. Finalmente, na terceira seção, analisam-se os resultados empíricos para Brasil e cinco macrorregiões selecionadas. À guisa de conclusão, destacamos, dentre os resultados, a importância das transferências públicas de renda e, principalmente, as mudanças nos mercados de trabalho regionais para a diminuição do grau de desigualdade.The aim of this paper is to contribute to the debate on the decrease of the concentration degree of the family's income distribution in Brazil in the first five years of the XXI Century. On this purpose, we approach the phenomenon analyzing the importance of five types of income ( labor, property rents, donation, retirement and public cash transference in the five macro regions in Brazil - North, Northeast, Middle-West, Southeast, South, during the period 2001-2006.To reach the purposes, the text was structured in three parts. The first one highlights stylized facts on this decreasing from the Brazilian specialized literature. The second section presents the mathematical technique used to build the decomposition. Finally, in the third section we analyze the results obtained for the five macro regions. We detached, specially, the magnitude of the employment's creation and, secondarily, the public cash

  5. Desigualdades e políticas públicas de habitação no Brasil

    OpenAIRE

    Almeida, Isaura Florisa Gottschall de

    2011-01-01

    158f. Este trabalho discute a questão habitacional brasileira a partir da problemática das desigualdades regionais e sociais, abordando as políticas públicas intentadas a fim de solucioná-la. Para tanto, faz-se uma delimitação teórica sobre o tema, seguida de considerações sobre os vetores demográfico e socioeconômico que condicionam o problema habitacional. Este é analisado a partir das necessidades habitacionais, mensuradas por meio do déficit e da inadequação de moradias. Um esboço hist...

  6. Raça ou classe? Sobre a desigualdade brasileira Race or class? On the Brazilian inequality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessé Souza

    2005-08-01

    Full Text Available O tema da desigualdade no Brasil só pode ser compreendido à luz da especificidade de nosso processo de modernização. Isso significa dizer que a determinação do peso específico da variável racial exige um quadro de referência teórico amplo, inclusivo e totalizador. A construção, ainda que tentativa, desse referencial teórico exige resgatar o debate brasileiro acerca dessa questão em meados do século passado. Defende-se aqui que o problema da classe social tem sido injustamente relegado no contexto do debate acerca da singularidade de nossa desigualdade.The subject of inequality in Brazil can only be understood in the light of the particularity of our modernization process. This means that the catching of the specific weight of the race factor requires a large, inclusive and holistic theoretical framework. It also requires a reassessment of the Brazilian debate about that issue occurred in the middle of the last century. This article argues that the social class problem has been unfairly underestimated, if we take in account the context of the debate about our inequality.

  7. Desigualdades socioeconômicas na baixa estatura infantil: a experiência brasileira, 1974-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Monteiro

    2013-01-01

    Full Text Available O artigo pretente avaliar tendências da prevalência e da distribuição social da baixa estatura infantil no Brasil para calcular o efeito da renda e de políticas de redistribuição de serviços básicos implementadas recentemente no país. A prevalência de baixa estatura (escore z de altura para a idade abaixo de -2, utilizando-se os Padrões de Crescimento Infantil da Organização Mundial da Saúde em crianças menores de cinco anos foi calculada a partir de dados coletados durante pesquisas domiciliares de abrangência nacional realizadas no Brasil em 1974-1975 (n = 34.409, 1989 (n = 7.374, 1996 (n = 4.149 e 2006-07 (n = 4.414. As desigualdades socioeconômicas absoluta e relativa na baixa estatura foram medidas através do coeficiente angular de desigualdade e do índice de concentração de desigualdade, respectivamente. Durante um período de 33 anos, documentamos um declínio constante na prevalência nacional de baixa estatura, de 37,1% para 7,1%. A prevalência diminuiu de 59,0% para 11,2% no quinto mais pobre e de 12,1% para 3,3% no quinto mais rico. O declínio foi particularmente acentuado nos dez últimos anos do período (1996 a 2007, quando as diferenças entre as famílias pobres e ricas que possuíam crianças menores de cinco anos também diminuíram em termos de poder aquisitivo; acesso a educação, assistência médica e serviços de água e saneamento; e indicadores de saúde reprodutiva. No Brasil, o desenvolvimento socioeconômico, aliado a políticas públicas visando à igualdade, tem sido acompanhados por significativas melhorias das condições de vida e por um declínio substancial da desnutrição infantil, assim como por uma redução da diferença de estado nutricional entre crianças nos quintos socioeconômicos mais altos e mais baixos. Estudos futuros mostrarão se esses ganhos serão mantidos durante a atual crise econômica global.

  8. Desigualdade no acesso a medicamentos para doenças crônicas em mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Katrein

    2015-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar a prevalência de acesso a medicamentos para tratamento de doenças crônicas e a existência de desigualdades socioeconômicas no acesso. Os dados são da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde e da Mulher e da Criança de 2006, com uma amostra de 15.575 mulheres (15 a 49 anos. Dessas, 7.717 tiveram diagnóstico de doença crônica com necessidade de obtenção de medicamento e foram consideradas elegíveis para o estudo. O desfecho foi construído com base no diagnóstico de doença crônica e na necessidade de obtenção de medicamento para o tratamento. A análise ajustada foi conduzida usando-se a regressão de Poisson. Os grupos que apresentaram maior prevalência de acesso foram os domiciliados na zona rural, com uma ou duas doenças crônicas e com nível socioeconômico mais elevado. A prevalência de acesso encontrada foi alta, no entanto, as análises demonstram que existe desigualdade socioeconômica no acesso a medicamentos a favor dos mais ricos, identificando como grupo mais vulnerável aquele dos indivíduos mais pobres e com maior número de doenças crônicas.

  9. Impacto do sistema de tributos e benefícios sociais sobre a desigualdade de renda e a pobreza : uma análise para as grandes regiões brasileiras e o Estado de Pernambuco

    OpenAIRE

    Rocha da Silva, Bruno

    2005-01-01

    Apesar de ter uma carga tributária como proporção do PIB equivalente a de países desenvolvidos e um gasto social que não pode ser considerado desprezível, o Brasil não consegue utilizar seu sistema de tributos e benefícios sociais de forma que a incidência do mesmo se traduza em um nível satisfatório de desigualdade de renda e de pobreza. Tendo em vista as disparidades existentes entre as regiões brasileiras, este sistema teria diferentes impactos sobre a renda da população por conta da heter...

  10. Vamos privilegiar os mais fracos: a economia solidária brasileira como possibilidade de (reinserção do território como base do desenvolvimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Ortigoza

    2014-12-01

    Full Text Available A economia solidária pode ser definida como outra economia mais justa que ressalta o humano e o coletivo e que, baseada na autogestão, apresenta novas relações sociais e produtivas. Este artigo aborda as políticas públicas brasileiras em economia solidária como possibilidade de melhoria das condições gerais de vida da população e de diminuição das desigualdades regionais. Destaca a importância da dimensão territorial como o foco de análise do desenvolvimento da economia solidária, a partir do momento em que as atividades produtivas passam a estar integradas às potencialidades das diversas comunidades, valorizando a diversidade cultural, a identidade local e as experiências cotidianas.

  11. Desigualdad o pobreza

    OpenAIRE

    Osta Garatea, Rubén

    2017-01-01

    ¿Cómo afecta el crecimiento económico a la distribución de la riqueza, al desarrollo y a la pobreza mundial? ¿Es posible reducir la desigualdad y la pobreza mediante un sistema de mercado y propiedad privada? O ¿es el sistema capitalista el causante de la pobreza y la desigualdad? ¿Qué concepto es más amenazador para los principios morales de las sociedades democráticas? ¿La desigualdad o la pobreza? En este ensayo trataré de responder de la mejor manera posible a estas cuestio...

  12. Contra la desigualdad

    OpenAIRE

    Dugger, William

    2010-01-01

    William Dugger cuestiona la idea convencional de que la desigualdad es necesaria para el desarrollo económico, mediante el examen histórico e institucional de cinco de los principales sistemas de desigualdad existentes en la actualidad: el racismo, el sexismo, el clasismo, el chovinismo y el antisemitismo. Expone diversas razones para justificar que la redistribución no es la solución, que la desigualdad es patológica, acumulativa y social; que se apoya en el mito y que la actual doctrina eco...

  13. Riqueza y desigualdad

    OpenAIRE

    Llano, Alejandro

    2015-01-01

    Asistimos hoy día de nuevo a un discurso político y económico que subraya el aumento de la desigualdad económica y denuncia la concentración de la riqueza. Para atajarla, en su célebre El capital en el siglo XXI el economista Thomas Piketty propone un impuesto global sobre el capital. Alejandro Llano analiza las aportaciones principales de este polémico ensayo y hace referencia al trasfondo social y ético del problema de la desigualdad.

  14. Desigualdades y servicios de salud

    OpenAIRE

    Borrell,Carme

    2006-01-01

    Los objetivos de este trabajo son tres: en primer lugar, se revisan las causas de las desigualdades sociales en salud incluyendo el papel que juegan los servicios sanitarios en las mismas; posteriormente se analiza la influencia de la financiación y la organización de los servicios sanitarios en las desigualdades y finalmente, se muestra un ejemplo de las desigualdades en la utilización de los servicios sanitarios en Cataluña, comunidad autónoma del Estado Español donde existe un Sistema Naci...

  15. Transmissão intergeracional de desigualdade e qualidade educacional: avaliando o sistema educacional brasileiro a partir do SAEB 2003 Transmisión intergeracional de desigualdad y cualidad educacional: evaluando el sistema educacional brasileño a partir del SAEB 2003 Intergenerational transmission of inequalities and school quality: evaluating the brazilian educational system with SAEB 2003 data

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio de Oliveira Gonçalves

    2008-12-01

    Full Text Available Utilizamos dados do SAEB 2003 com modelos multiníveis para explicar o resultado do desempenho dos alunos de 4ª série do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. Verificamos que as escolas de ensino básico brasileiras reproduzem desigualdades de condições tais como o nível socioeconômico das famílias e principalmente a (in capacidade de financiamento do ensino privado. No ensino médio a complementaridade das famílias pode ser reduzida através de uma maior participação dos pais na administração das escolas e infra-estrutura, entretanto permanece a grande diferença de desempenho entre alunos matriculados nas redes pública e privada. Em um terceiro nível são analisados os impactos regionais sobre o sistema educacional, estados com baixa participação política têm menor capacidade de responsabilização pelas políticas educacionais e, portanto, menor rendimento. A reprodução da desigualdade é um círculo vicioso, estados com renda mas mal distribuída têm sistemas educacionais piores e mais desiguais.Utilizamos datos del SAEB 2003 con modelos multiniveles para explicar el resultado del desempeño de los alumnos de cuarta serie de la enseñanza fundamental y tercer año de la enseñanza media. Verificamos que las escuelas de enseñanza básica brasileñas reproducen desigualdades de condiciones tales como el nivel socio-económico de las familias y principalmente la (incapacidad de financiamiento de la enseñanza privada. En la enseñanza media la complementariedad de las familias puede ser reducida través de una mayor participación de los padres en la administración de las escuelas y infraestructura, entretanto permanece la grande diferencia de desempeño entre alumnos matriculados en la rede pública y privada. En otro nivel son analizados los impactos regionales sobre el sistema educacional, estados con baja participación política tienen menor capacidad para ser responsables por políticas educacionales y, por

  16. Regional inequalities in Espirito Santo: perspective of petroleum exploration; Desigualdades regionais no Espirito Santo: perspectivas da fronteira de exploracao petrolifera

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Rodrigues, Viviane Mozine [Centro Universitario Vila Velha (UVV), ES (Brazil)

    2008-07-01

    Do donate the subject of the present article look to know the possible impacts about the space distribution of the wealth before the tendencies of exploration of petroleum and natural gas in the Espirito Santo it goes: will it be the exploration activity and production of petroleum and natural gas an element of increase of problems of the regional inequalities? The central object is to examines the the distribution of petroleum royalties among the state region, enforcing or finishing it. (author)

  17. Against inequality Contra la desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dugger William

    1998-12-01

    Full Text Available William Dugger questions the conventional idea that inequality is necessary for economic development through a historical and institutional examination of five of the major systems of inequality currently existing: racism, sexism, classism, jingoism, and antisemitismo It puts forward various reasons to justify that redistribution is not the solution; that inequality is pathological, cumula tive, and social; that it rests on myth and that current economic doctrine is a mythological
    system which preserves the status quo and confuses the current economy of collective greed and en based on the power of the large corporations- with an economy of individual initiative, efficiency, and competitive markets. And it shows that laissez faire is impractical because the State always ect:s, even when it follows non-interventionist economic policies. Against the oversimplification of those who defend the dichotomy 'State or market', it opposes the old institutionalist conjunction 'State and market'. As for inequality, it summarizes as follows the central question of our age: "how much inequali ty will the State create and allow in order to preserve the structure of the market system?"William Dugger cuestiona la idea convencional de que la desigualdad es necesaria para el desarrollo económico, mediante el examen histórico e institucional de cinco de los principales sistemas de desigualdad existentes en la actualidad: el racismo, el sexismo, el clasismo, el chovinismo y el antisemitismo. Expone diversas razones para justificar que la redistribución no es la solución, que la desigualdad es patológica, acumulativa y social; que se apoya en el mito y que la actual doctrina económica es un sistema mitológico quq preserva el status quo y confunde la actual economía de codicia y envidias colectivas -basada en el poder de las grandes corporaciones- con una economía de iniciativa individual, eficiente y mercados competitivos. Y muestra que el laissez faire

  18. Desigualdade espacial da mortalidade neonatal no Brasil: 2006 a 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Genyklea Silva de Oliveira

    2013-08-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é analisar a distribuição espacial da mortalidade neonatal e sua correlação com os fatores biológicos, socioeconômicos e de atenção à saúde materno-infantil, nos estados brasileiros, no período de 2006 a 2010. Foram construídos mapas temáticos e de correlação (LISA para verificação de dependência espacial e modelos de regressão linear múltipla. Verificou-se que não há autocorrelação espacial para mortalidade neonatal nos estados brasileiros (I = 0,002; p = 0,48. A maioria das variáveis estava correlacionada (r > 0,3, p < 0,05 com a mortalidade neonatal, formando clusters em estados do Norte e Nordeste, com maiores taxas de mães adolescentes, renda domiciliar per capta baixa, menor realização de consultas de pré-natal e de leitos de UTI Neonatal. O número de leitos de UTI Neonatal manteve efeito independente após a análise de regressão. Conclui-se que as desigualdades regionais das condições de vida e, principalmente, de acesso aos serviços de saúde materno-infantil contribuem para a distribuição desigual da mortalidade neonatal no Brasil.

  19. Filosofia brasileira?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Imaculada Kangussu

    2012-09-01

    Full Text Available Como o tema proposto para nosso encontro deste ano foi “Brasil”, proponho discutirmos a possibilidade (e também seu contrário de pensarmos uma filosofia brasileira. Assim como existe um modo bastante próprio de abordar as questões filosóficas em alguns países, o que nos leva a conceber – através das diferenças evidentes – a existência de uma filosofia francesa, de uma filosofia alemã, inglesa, italiana, e, depois da globalização, de uma filosofia japonesa, árabe, e de outras nações cujas culturas são distintas da judaico-cristã; parece-me pertinente a questão: as singularidades de nosso pais podem produzir um pensamento original ao ponto de configurar um pensamento filosófico brasileiro? E ainda, encontramo-nos capazes, com nossa formação filosófica, de sermos intérpretes do Brasil?

  20. Desigualdades na distribuição da cárie dentária no Brasil: uma abordagem bioética Inequalities in the distribution of dental caries in Brazil: a bioethical approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone de Melo Costa

    2013-02-01

    Full Text Available Este artigo objetivou analisar a problemática da cárie dentária, enquanto uma questão de saúde pública de relevância epidemiológica, tendo como suporte analítico a visão da Bioética da Proteção. Trata-se de estudo de caso realizado a partir de análise documental dos inquéritos epidemiológicos em saúde bucal, de base nacional, 1986, 2003 e 2010. Os levantamentos apontam desigualdades entre grupos populacionais. Essa desigualdade foi analisada, com relação à redução da doença na população mais jovem, no acesso ao atendimento, e na perda dentária, pior desfecho para a cárie dentária. Os bons resultados apresentados, nos levantamentos, não atinge toda a população, apresentando desigualdades por renda familiar e região brasileira. Constatou-se a partir de 2003 intervenções do Estado em ações protetoras, como adoção de critérios de equidade na destinação dos recursos na saúde e inclusão de populações em vulneração, contribuindo para redução da cárie. No entanto, considera-se necessário avançar mais nos modelos assistenciais em saúde bucal usando a Epidemiologia como uma ferramenta estruturante, já que as diferenças regionais ainda permaneceram marcantes, em interface com uma bioética protetora e socialmente responsável.The scope of this paper was to analyze the problem of dental caries as a public health issue of epidemiological relevance. It is a case study based on documentary analysis of national epidemiological surveys on oral health in the years 1986, 2003 and 2010, with the Bioethics of Protection as an analytical support. The surveys revealed inequalities between population groups; and such inequalities were analyzed with respect to the reduction of the disease in the younger population, access to oral health care, and tooth loss, which is the worst outcome for tooth decay. The good results presented in the surveys have not reached the whole population; data have shown inequalities

  1. Crescimento pró-pobre no Brasil: impactos regionais

    OpenAIRE

    França, João Mário Santos de

    2007-01-01

    Esta pesquisa científica foi apresentada como trabalho de conclusão do curso de Doutorado em Economia e reúne três artigos na área de crescimento. O primeiro deles utiliza a metodologia desenvolvida por Kakwani, Khabdker e Son (2004) para analisar a existência de crescimento “pró-pobre” nas regiões brasileiras nos anos de 1995 a 2005. Foram utilizados como suporte medidas de pobreza P(0), P(1) e P(2) e o índice de GINI. Os resultados apontam que tais políticas causaram maior impacto nas regiõ...

  2. Colombia: Escenario de las desigualdades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amylkar Acosta Medina

    2013-01-01

    Full Text Available La distribución del ingreso de la sociedad colombiana dista de ser equitativa. La desigualdad se manifiesta en todos los órdenes de la vida nacional, como consecuencia de un enfoque histórico de las políticas públicas, hacia la regionalización del desarrollo. Las costas Caribe y Pacífica colombianas, presentan las cifras más críticas en materia de desempeño económico y social, situación que se opone al contexto internacional, en donde las zonas costeras son justamente las regiones más prósperas. Los bajo niveles de integración y crecimiento económico regionales, inherentes al atraso en infraestructura de transporte, permiten identificar la recurrente centralización del poder público, que privilegia el desarrollo de unas regiones, mientras otras permanecen rezagadas. Esta estrategia refuerza el desequilibrio económico, social y político, y redunda en la ineficiencia económica nacional. En consecuencia, si bien los índices de producción van en aumento, las tasas de desempleo y la informalidad laboral también muestran una tendencia creciente, teniendo en cuenta que los sectores productivos de mayor crecimiento son aquellos intensivos en capital y no tan intensivos en recurso humano. Lo anterior, sumado al creciente desplazamiento forzado de la población rural que tienen origen en la desigualdad, el desempleo y la pobreza. Así pues, el país enfrenta un gran reto en el sentido de reorientar las políticas de desarrollo, que corrijan los desequilibrios interregionales e intraregionales. Esto, acompañado de la transparencia en el ejercicio de la Política y la integridad en la administración pública, elementos indispensables en la estrategia de desarrollo que requiere el país.

  3. Novo-desenvolvimento, capital social e desigualdade social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cristina de Oliveira Oliveira

    2012-03-01

    Full Text Available Este artigo aborda a tendência de enfrentamento da desigualdade social a partir, no campo econômico, da versão do novo-desenvolvimentismo e, no campo político e ideológico, a partir da noção de capital social, na tentativa de realizar um "capitalismo com face mais humana". Discutiremos duas ordens de questões, considerando a especificidade da formação social brasileira de capitalismo dependente: 1 a “construção de Estados fortes” para

    assegurar as condições de acumulação do capital, ampliando as margens do mercado de consumo, aliviando a pobreza e controlando possíveis tensões políticas e 2 a difusão da necessidade de construir uma sociedade em harmonia, que se traduz na incorporação da ética empreendedora dos empresários em todas as esferas sociais. Entendemos que este escopo político-econômico revela uma nova pedagogia da hegemonia, sustentada numa suposta alternativa
    de gerenciamento das novas expressões da “questão social”, voltada para educar o conformismo e ocultar o conflito de classes.
    Palavras-chave:  questão social; novo-desenvolvimentismo; capital social; inclusão forçada

  4. desigualdades regionales en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrés Enrique Miguel-Velasco

    2008-01-01

    Full Text Available En el presente artículo se analizan las desigualdades regionales a través del concepto entropía regional, tomando como referencia el desarrollo de las regiones de México –a través del índice de desarrollo humano– durante el periodo 1950-2003. La hipótesis que propone es que han aumentado las desigualdades regionales producto del desarrollo y que, en fechas recientes, los desequilibrios regionales detectados a través de la evaluación de la sustentabilidad regional tienden a ser mayores. Se propone como metodología para la medición de las desigualdades el empleo de los conceptos de entropía absoluta y relativa de los indicadores del desarrollo, la equidad, la eficiencia y la sostenibilidad de las regiones del país.

  5. Sex inequalities in HIV-related practices in the Brazilian population aged 15 to 64 years old, 2008 Desigualdades por sexo nas práticas relacionadas à infecção pelo HIV na população brasileira de 15 a 64 anos, 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Roberta Pati Pascom

    2011-01-01

    Full Text Available The objective of this study is to analyze gender differences in HIV-related practices in the Brazilian population. A national survey was carried out in 2008 with a sample size of 8,000 individuals aged 15-64 years old. The sampling was stratified by macro geographical region and urban/rural areas. Logistic regression models were used to investigate the main predictors of consistent condom use. The results showed that women have less sexy, start sexual life later than men, have fewer casual sexual partners, but use condom less frequently than men. On the other hand, the coverage of HIV testing is significantly greater among women. Significant differences by gender were seen in all HIV-related risky practices. The greater vulnerability was always associated with women, with exception of HIV testing. The low proportion of condom use in infidelity situations was a problem for box sexes and deserves special consideration when developing prevention strategies.O objetivo do trabalho foi analisar as diferenças por sexo nas práticas relacionadas à infecção pelo HIV na população brasileira. Inquérito de âmbito nacional foi realizado em 2008, com amostra de 8 mil indivíduos de 15-64 anos. A amostragem foi estratificada por macrorregião geográfica e situação urbano/rural. Utilizou-se modelo de regressão logística para investigar os principais fatores associados às práticas de sexo protegido. Os resultados indicaram que as mulheres têm menor taxa de atividade sexual, iniciam a vida sexual mais tardiamente, têm menos parceiros casuais do que os homens, mas usam menos o preservativo. Por outro lado, a cobertura de teste de HIV é significativamente maior entre as mulheres quando comparadas aos homens. Foram evidenciadas grandes diferenças por sexo nas práticas relacionadas à infecção pelo HIV, sempre com maior vulnerabilidade associada às mulheres, exceto no que diz respeito ao teste de HIV. O baixo uso de preservativo nas situa

  6. Modelos nacionais e regionais de família no pensamento social brasileiro National and Regional Family Patterns in Brazilian Social Thought

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CANDICE VIDAL E SOUZA

    2001-01-01

    Full Text Available As revisões sobre os estudos clássicos de família no Brasil convergem na crítica ao patriarcalismo como modelo genérico e fixo de descrição dessa instituição, propondo que a família brasileira era uma pluralidade dispersa de experiências. Sugerimos que já nas narrativas ensaísticas sobre a identidade nacional existem modelos plurais de família brasileira, diversificados em termos da compreensão dos arranjos locais de relações familiares. Com esse objetivo, relemos, sob o eixo família-nação-região, dois conjuntos de ensaístas significativos para a construção de identidades regionais particulares (primeiro, Alfredo Ellis Jr. e Cassiano Ricardo; segundo, Alceu Amoroso Lima e Sylvio de Vasconcellos, pensadores/produtores de visões de São Paulo e de Minas Gerais, respectivamente, enquanto culturas e sociedades em grande parte caracterizadas por suas experiências de organização familiar própria.Revisions of classical studies of the family in Brazil agree in criticizing patriarchalism as a general and fixed model describing this institution, arguing that the Brazilian family was a plurality of dispersed experiences. We suggest that in the essay narratives of national identity there are already plural models of the Brazilian family, which are diversified according to local arrangements of family relations. Considering the themes family-nation-region, we review the work of two groups of important essayists on the construction of particular regional identities: Alfredo Ellis Jr. e Cassiano Ricardo; Alceu Amoroso Lima e Sylvio de Vasconcellos. We argue that these essayists articulated visions of São Paulo and Minas Gerais as cultures and societies characterized in a significant way by experiences of a proper family organization.

  7. Cooperación y desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Strauss

    2017-01-01

    Full Text Available Antecedentes: La desigualdad ha aumentado en los últimos años. Los avances re- cientes en las tecnologías de la información y la comunicación tienen un papel dominante entre las fuerzas explicativas. La razón es que tales avances facilitan ciertas formas de cooperación entre los agentes que cambian la división del ex- cedente económico. Métodos: Para poder estudiar la manera en que diferentes formas de cooperación afectan la desigualdad se elaboró un modelo de cooperación entre agentes de tal- entos heterogéneos que permiten dos tipos de cooperación: entre tareas y dentro de tareas. La primera refleja la asignación de diferentes agentes para diferentes tareas. La segunda representa la reasignación de tareas en caso de que algún agente no cumpla. Los costos de esta forma de cooperación disminuyeron de manera sustancial debido a la difusión de Internet, el correo electrónico, los teléfonos celulares y la tecnología inalámbrica. La asignación del equilibrio es caracterizada, en particular la clasificación del equilibrio de agentes en coopera- ciones y la concordancia entre agentes. Resultados: La cooperación lleva a una mayor desigualdad en la parte superior y a una menor desigualdad en la parte inferior de la distribución del talento en com - paración con una situación hipotética sin ninguna división del trabajo. Además, se ha demostrado que la cooperación dentro de las tareas tiende a aumentar más la desigualdad que la cooperación entre las tareas. Por lo tanto, el modelo es capaz de generar el reciente incremento en la desigualdad de ingresos debido a la revolución de las TIC en los últimos años. Además, el modelo implica una correlación positiva entre los momentos más altos de la distribución del talento y la prima por cualificaciones que es coherente con la evidencia empírica y es- clarece algunas evoluciones potenciales en la desigualdad debido a cambios en la distribución de la dificultad de las

  8. Compartilhamento do conhecimento em incubadoras brasileiras associadas à ANPROTEC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Maria Beuren

    2007-06-01

    Full Text Available Este artigo objetiva descrever o processo de compartilhamento do conhecimento em incubadoras brasileiras associadas à Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas (Anprotec. Para tanto, primeiramente, discorreu-se sobre a gestão do conhecimento, o compartilhamento do conhecimento nas organizações e a conceituação de incubadoras de empresas. Em seguida, procedeu-se ao estudo de levantamento ou survey, analisando o compartilhamento do conhecimento em 33 incubadoras brasileiras associadas à Anprotec, conforme relação disponível em seu site. Os dados foram coletados por meio de questionários enviados por correio eletrônico, com um retorno de 18%. Os resultados da pesquisa indicaram que há uma preocupação em gerar, difundir e, sobretudo, compartilhar informações e conhecimentos nas incubadoras estudadas. Quanto às formas de compartilhamento analisadas, verificou-se que as palestras, as reuniões, os encontros e as discussões são os eventos que apresentam maior grau de importância nas incubadoras. Por fim, observou-se que as incubadoras buscam pessoas especializadas para a realização de palestras ou seminários, bem como incentivam a participação dos empregados em encontros regionais e nacionais.

  9. Os Avanços e os Limites da Queda Recente da Desigualdade no Brasil.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Andrade de Oliveira e Silva

    2014-08-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo analisar os avanços e os limites na análise da queda recente verificada na desigualdade no Brasil. É sabido que durante os anos 2000, a alteração verificada no Índice de Gini teve como efeitos a redução expressiva da pobreza extrema, com um crescimento de quase 20% na renda desses indivíduos. No entanto, apesar da melhora nos rendimentos - derivado da conjugação entre o aquecimento da economia nacional (com expansão do consumo, melhora dos preços relativos e maior atuação das políticas sociais e internacional - alguns trabalhos argumentam que a desigualdade deve ser vista por um prisma multidimensional. Nesse sentido, pretende-se sintetizar e analisar a literatura acerca do tema, demonstrando as suas limitações e propondo novos enfoques para o estudo da realidade brasileira.

  10. Trabalhadores publicos nas administrações regionais e subprefeituras : uma categoria ameaçada

    OpenAIRE

    João Petrucio Medeiros da Silva

    2005-01-01

    Resumo: A política neoliberal e o processo de racionalização, decorrentes da política de reforma do Estado implementada a partir da década de 90, produziram fortes impactos na organização e nas relações de trabalho no setor público, sobretudo, na categoria dos servidores públicos municipais, em particular, os ajudantes de serviços gerais da Prefeitura Municipal de Campinas que prestam serviços nas Administrações Regionais e Subprefeituras. O processo de privatização, desregulamentação e f...

  11. Políticas de saúde bucal no Brasil e seu impacto sobre as desigualdades em saúde Políticas de salud bucal en Brasil y su impacto sobre las desigualdades en salud Dental health policies in Brazil and their impact on health inequalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Leopoldo Ferreira Antunes

    2010-04-01

    Full Text Available Sistematiza-se o conhecimento disponível sobre o estágio atual de efetivação das principais políticas de saúde bucal no Brasil e seu impacto sobre as desigualdades em saúde. Embora a fluoretação da água de abastecimento público no Brasil seja uma determinação legal, sua implantação tem sofrido marcantes desigualdades regionais. São apresentados dados sobre o grau de efetivação da medida e são revisados estudos que avaliaram seu impacto sobre a ampliação da desigualdade na experiência de cárie dentária. A oferta de atendimento público odontológico, ampliada consideravelmente após a implantação do Sistema Único de Saúde, também é discutida em relação à provisão do serviço e seu impacto sobre a redução da desigualdade no acesso a tratamento dentário. A discussão do efeito diferencial dessas medidas propiciou a proposição de estratégias focais (direcionar a fluoretação para as áreas com maiores necessidades, visando a reduzir a desigualdade na experiência de cárie no País.Se sistematiza el conocimiento disponible sobre la fase actual de efectividad de las principales políticas de salud bucal en Brasil y su impacto sobre las desigualdades en salud. A pesar de que la fluorificación del agua de abastecimiento público en Brasil sea una determinación legal, su implantación ha sufrido resaltantes desigualdades regionales. Son presentados datos sobre el grado de efectividad de la medida y son revisados estudios que evaluaron su impacto sobre la ampliación de la desigualdad en la experiencia de carie dentaria. La oferta de atención pública odontológica, ampliada considerablemente después de la implantación del Sistema Único de Salud, también es discutida con relación a la provisión del servicio y su impacto sobre la reducción de la desigualdad en el acceso a tratamiento dentario. La discusión del efecto diferencial de esas medidas propició la proposición de estrategias focales

  12. Costo social y desigualdad en América Latina.

    OpenAIRE

    Villavicencio Rodríguez, Tatiana Jackeline

    2016-01-01

    La presente tesis busca realizar un acercamiento a la relación entre desigualdad y gasto social en América Latina para el periodo 1990-2013. Primeramente nos proponemos verificar si existe simultaneidad o doble causalidad entre las variables del gasto social y la desigualdad medida a través del índice de Gini. En caso afirmativo se analizará el efecto que las variables de gasto social (educación, salud, seguridad social, vivienda y otros) tienen sobre la desigualdad y el efecto que la desigua...

  13. Progressos na viticultura brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Umberto Almeida Camargo

    2011-10-01

    Full Text Available A viticultura brasileira nasceu com a chegada dos colonizadores portugueses, tornando-se uma atividade comercial a partir do início do século XX. Houve absoluto predomínio do cultivo de uvas americanas até meados do século XX, quando se iniciou o plantio de videiras europeias. Até a década de 1960, a viticultura brasileira ficou limitada às regiões Sul e Sudeste. A partir daí, a uva alastrou-se como alternativa econômica em diversas regiões tropicais do País e ganhou nova dimensão nas zonas temperadas de cultivo. Atualmente, a área vitícola brasileira situa-se ao redor de 83.700 ha, com uma produção anual oscilando entre 1.300.000 e 1.400.000 toneladas. Destacam-se, pelo volume de produção, os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco, Paraná, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. A grande maioria das uvas e seus derivados são consumidos no mercado interno. O suco de uva concentrado e a uva de mesa são os principais produtos de exportação. A diversidade é a marca da viticultura brasileira: são diferentes condições ambientais, variados sistemas de cultivo e recursos genéticos com ampla variabilidade. Neste trabalho, é traçado o perfil da viticultura brasileira e são apresentados os principais avanços tecnológicos obtidos nas últimas décadas. Entre outros tópicos, destacam-se a criação de novas cultivares, o desenvolvimento de técnicas e sistemas de manejo da videira - especialmente para as zonas tropicais e o desenvolvimento de sistemas de certificação de produtos vitivinícolas.

  14. La desigualdad por motivos de sexo y familia

    OpenAIRE

    Durán Heras, María Angeles

    1985-01-01

    Su origen fue una ponencia presentada en un congreso hispano-mexicano sobre desigualdad social. La autora analiza la evolución histórica de la desigualdad por motivos de sexo y familia en España. El estudio termina con una propuesta de innovación en las ciencias sociales, incorporando el análisis de la situación social de las mujeres.

  15. Da esperança a crise : a experiencia das politicas regionais no Nordeste

    OpenAIRE

    Fernanda Ferrario de Carvalho

    2001-01-01

    Resumo:Este trabalho faz uma análise da experiência das políticas regionais no Nordeste do Brasil (através de seus planos, programas e propostas), nos últimos 40 anos, e de seus desdobramentos sobre a economia e a sociedade nordestinas. A partir de uma breve retrospectiva sobre a ocupação do espaço econômico nordestino, analisa-se o processo de articulação com o mercado nacional e a ascensão do capital industrial, até a emergência da problemática regional no País, que culmina com a criação da...

  16. Eqüidade na gestão descentralizada do SUS: desafios para a redução de desigualdades em saúde Equity in decentralized management of the SUS: reducing health inequalities - the challenges

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia T. R. Lucchese

    2003-01-01

    Full Text Available O tema da eqüidade em saúde vem ganhando destaque no debate público setorial como objetivo a se alcançar na gestão descentralizada do Sistema Único de Saúde para a efetiva melhoria das condições de saúde do conjunto da população brasileira em todo o território nacional. Este debate, já bastante difícil pela necessidade de se precisar o conceito de eqüidade, evidencia a complexidade do ambiente em que se processam as tarefas públicas para a redução de desigualdades inter-regionais, no contexto de interação e interdependência entre processos econômicos, sociais e culturais, mundiais e nacionais, que pressionam as agendas governamentais nestes tempos de globalização. Este artigo empreende um esforço de sistematização de alguns dos desafios e indagações colocados para uma gestão pública da saúde orientada à eqüidade na República Federativa do Brasil, a partir de uma interpretação própria para o conceito de eqüidade na gestão descentralizada do SUS, da atualização de algumas proposições para a gestão social em discussão no debate internacional sobre o desenvolvimento, e da revisão da contribuição teórica de alguns autores sobre a ação do Estado neste ambiente heterogêneo e contraditório de grandes mutações.In public debate on the health sector, the subject of health equity has come to prominence as a goal to be achieved in decentralising the Unified Health System (SUS in order to improve health conditions throughout Brazil for the population as a whole. The debate is already considerably complicated by the need for a precise definition of the concept of equity, evidencing the complexity of the environment in which the public task of reducing inter-regional inequalities is to be performed in a context of interaction and interdependence among world and national economic, social and cultural processes, which pressure government agendas in these times of globalisation. On the basis of (1 a specific

  17. Metrópole, legislação e desigualdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maricato Ermínia

    2003-08-01

    Full Text Available O processo de urbanização brasileiro deu-se praticamente no século XX. No entanto, ao contrário da expectativa de muitos, o universo urbano não superou algumas características dos períodos colonial e imperial, marcados pela concentração de terra, renda e poder, pelo exercício do coronelismo ou política do favor e pela aplicação arbitrária da lei. Este texto tem como objetivo fazer uma leitura da metrópole brasileira do final do século XX destacando a relação entre desigualdade social, segregação territorial e meio ambiente, tendo como pano de fundo alguns autores que refletiram sobre a "formação" da sociedade brasileira, em especial sobre a marca da modernização com desenvolvimento do atraso. Para tanto, destaca-se o papel da aplicação da lei para manutenção de poder concentrado e de privilégios nas cidades, o qual reflete - e ao mesmo tempo promove - a desigualdade social no território urbano.The brazilian urbanization process happened in practical terms in the XX century. Nevertless, contrary to the expectation of many, the urban universe didn't overcome some characteristics of the colonial and imperial periods marked by land, income and power concentration, by the action of "colonels" or the policy of favoritism and by an arbitrary law deployment. This paper has the objective to address the Brazilian metropolis by the end of the XX century making evident the relationship about social inequality, territorial segregation and environment, having as a reference some authors whose work reflected the Brazilian society "building", specially the mark of modernization with the development of the tardiness. In doing so, a great relevance is given to the role of the law in keeping concentrated power and privileges in the cities, which reflects - and at the same time enhances - the urban territory social inequality.

  18. NATURALIZAÇÃO DA DESIGUALDADE NO BRASIL: UM DIÁLOGO COM CARL SCHMITT, WALTER BENJAMIN E GIORGIO AGAMBEN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna da Penha de Mendonça Coelho

    2017-10-01

    Full Text Available O artigo estabelece um diálogo entre as teorias de Carl Schmitt, Walter Benjamin e Giorgio Agamben, transpondo-as para a realidade social brasileira. A naturalização da desigualdade constitui marca cruel de nossa sociedade, e a filosofia do direito contribui para uma abordagem jurídica que leva em conta as disparidades sociais. Far-se-á, primeiramente, uma análise do estado de exceção à luz das obras de Benjamin e Agamben. Posteriormente, com Schmitt, a questão da exceção será analisada em conjunto com a decisão política, demonstrando a ligação intrínseca entre direito e política e o reflexo disto no agravamento das desigualdades sociais. Será estabelecida a diferença entre os conceitos de “inimigo”, de Schmitt, e homo sacer, de Agamben, na instauração do estado de exceção e como o conceito de “inimigo” foi desvirtuado com a construção da Teoria do Direito Penal do Inimigo.

  19. Políticas públicas, pobreza e desigualdade no Brasil: apontamentos a partir do enfoque analítico de Amartya Sen = Public Policies, Poverty and Unequality in Brazil: appointments from an analytical approach of Amartya Sen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ribeiro, Cláudio Oliveira

    2008-01-01

    Full Text Available O artigo aborda a relação entre políticas públicas, pobreza e desigualdade no Brasil contemporâneo, identificando os elementos que, historicamente, têm implicado negativamente sobre o processo de desenvolvimento nacional. Assim, a partir dos dados elaborados pelo IBGE, no Censo Estatístico de 2000 e na Síntese de Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro, atualizados até 2005, procura demonstrar que a desigualdade, e não necessariamente a pobreza, é o aspecto distintivo da sociedade brasileira. Para isso utilizamos o enfoque analítico proposto Amartya Sem, em sua obra Desenvolvimento como liberdade, por considerarmos ferramenta apropriada e eficaz para a promoção e avaliação de políticas públicas destinadas a combater a situação da pobreza e da desigualdade observada na realidade nacional. Para tanto, a introdução e a primeira parte deste texto contemplam um panorama geral da pobreza no Brasil. Em seguida, apresenta-se uma avaliação da obra de Sen, buscando destacar as principais hipóteses e variáveis empregadas por este autor e a pertinência das mesmas para a realidade brasileira. A conclusão pretende contemplar o conjunto das informações apresentadas, assegurando a linha de interpretação proposta

  20. Sexo e cor: categorias de controle social e reprodução das desigualdades socioeconômicas no brasil Sex and aolor skin: categories of social aontrol and reproduction of economic inequality in brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldemir Rosa

    2009-12-01

    Full Text Available O presente artigo objetiva apresentar algumas reflexões sobre os dados contidos no Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça, terceira edição, acerca das desigualdades socioeconômicas e da pobreza. Tendo como linha argumentativa a tese de que, como categorias de controle social, sexo e cor configuram marcos reguladores de oportunidades sociais, apresentamos alguns dados sobre a desigualdade entre homens e mulheres e entre negros e brancos que ilustram as iniquidades de poder associadas a essa desigualdade. Ressalta-se que tais categorias são fundamentais para a compreensão da produção e da reprodução das iniquidades de poder que permeiam a sociedade brasileiraThis article presents some reflections on the data contained in the Portrait of Inequalities of Gender and Race - 3rd Edition on socioeconomic inequalities and poverty. Following a line of argument that, as categories of social control, gender and ethnicity shape regulatory frameworks of social opportunities, we present some data on inequality between men and women and between blacks and whites that illustrate the inequities of power associated with them. It is emphasized that these categories are fundamental to understand the production and reproduction of inequities of power that permeate Brazilian society

  1. Biotipologia, regionalismo e a construção de uma identidade corporal brasileira no plural, década de 1930

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Vimieiro-Gomes

    Full Text Available Resumo Este artigo trata dos estudos biotipológicos regionais e da construção dos discursos biodeterministas sobre a identidade brasileira nos anos 1930. Nesse contexto, pesquisas biotipológicas foram realizadas para determinar o tipo corporal normal do brasileiro, segundo seu léxico peculiar de classificação. Dentre elas, destacam-se aquelas sobre o perfil corporal de regiões específicas do país, como Nordeste e São Paulo. Em face dos debates coetâneos sobre raça, miscigenação e identidade nacional, essas investigações foram orientadas pelo determinismo biológico e pela influência do meio, de aspectos sociais e culturais no desenvolvimento corporal do brasileiro. Este trabalho demonstra como os estudos biotipológicos regionais reverberaram visões racialistas, normalizadoras e excludentes e contribuíram para a construção de uma identidade corporal brasileira miscigenada.

  2. Desigualdades de gênero na atuação de contadores e auditores no mercado de trabalho catarinense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Brighenti

    2015-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo consiste em investigar evidências de desigualdade de gênero na atuação de contadores e auditores no mercado de trabalho do Estado de Santa Catarina. A pesquisa caracteriza-se como quantitativa no que se refere ao método de tratamento e análise dos dados, descritiva quanto ao objetivo e documental no que tange aos procedimentos de coleta dos dados. A amostra do estudo compôs-se de 6.861 profissionais de Contabilidade e Auditoria do Estado de Santa Catarina, com inscrição ativa em 31 de dezembro de 2013 no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED, referente à Classificação Brasileira de Ocupações (CBO 2522.10 contadores e 2522.05 auditores. Os resultados demonstraram que, mesmo com faixa média de escolaridade igual à dos homens, a remuneração média das mulheres é inferior, o que sugere evidências de desigualdade de gênero no contexto do mercado de trabalho contábil catarinense. Os coeficientes da regressão relacionados aos fatores influentes na remuneração ratificam os aspectos de desigualdade relatados. No tocante aos fatores influentes na remuneração, constatam-se indícios de desigualdade de gênero, considerando que os atributos faixa etária, tempo de emprego, escolaridade e tamanho de empresa poderiam justificar as diferenças nas remunerações recebidas entre os gêneros; no entanto, mostraram-se similares para homens e mulheres. A diferença verificada é insuficiente estatisticamente para fundamentar a disparidade evidenciada entre os gêneros no que diz respeito às remunerações auferidas.

  3. Geografia da mortalidade infantil do Brasil: variações espaciais e desigualdades territoriais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Faria

    2016-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar as variações espaciais e as desigualdades territoriais nos indicadores de mortalidade infantil do Brasil. O estudo foi feito com todos os óbitos infantis e nascidos vivos registrados em sistemas oficiais nos anos de 2012 e 2013 nas 558 microrregiões brasileiras. Os indicadores foram calculados e estimados através do método bayesiano empírico. As características do território foram analisadas através de um indicador multicritério denominado Índice de Privação Social. Os resultados indicaram elevados coeficientes de mortalidade infantil (CMI nas microrregiões dos estados do nordeste e norte do país e fatores associados relacionados à idade da mãe, doenças infecciosas, vazios assistenciais e falta de acompanhamento pré-natal. Nas microrregiões dos estados do sudeste e sul e parte do centro-oeste os CMI são menos elevados e os fatores associados estão mais relacionados com a prematuridade e baixo peso à nascença.

  4. Desigualdades en salud: definiciones, conceptos y teorías

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana C. Arcaya

    Full Text Available Individuos de diferentes orígenes, grupos sociales y países gozan de diferentes niveles de salud. En este artículo se define y se distingue entre desigualdades en salud inevitables y desigualdades en salud injustas y prevenibles. Se describen las dimensiones por las cuales se examina comúnmente las desigualdades en salud, incluyendo a nivel de toda la población, entre países o estados y dentro de geografías, por agrupamientos socialmente relevantes como raza/etnicidad, género, educación, casta, ingreso, ocupación y otros. Distintas teorías intentan explicar las diferencias en salud a nivel de grupo, incluyendo explicaciones psicosociales, medioambientales, de privación material, de conducta en salud y de selección. Conceptos como relativo versus absoluto, dosis-respuesta versus umbral, composición versus contexto, lugar versus espacio, la perspectiva del curso de vida sobre la salud; las vías causales hacia la salud; los efectos en salud condicionales y las diferencias de nivel grupal versus individual son fundamentales para entender las desigualdades en salud. Se concluye con una reflexión sobre qué condiciones hacen injustas a las desigualdades en salud y una consideración sobre los méritos de las políticas que priorizan la eliminación de las desigualdades en salud respecto a aquellas que se centran en elevar el estándar general de salud de una población.

  5. Desigualdad laboral desde la perspectiva de género

    OpenAIRE

    Laura de Pablos Escobar

    2001-01-01

    Se enuncian y se comentan algunas de las situaciones laborales sufridas por las mujeres, que más nos llaman la atención. Por ejemplo: tasas de paro, contratos temporales, trabajo no remunerado, desigualdad de ingresos, etc. Los datos que se ofrecen, siempre que sea posible, incluirán experiencia comparada. Se refiere a las políticas públicas aplicadas en la actualidad en nuestro país al objeto de solventar la desigualdad laboral desde la perspectiva de género. Nos referiremos tanto a las ayud...

  6. Desigualdad económica, crisis de deuda y derechos humanos

    OpenAIRE

    Bohoslavsky, Juan Pablo

    2016-01-01

    Las crisis financieras y los programas de ajuste profundizan las desigualdades y tienen consecuencias sociales devastadoras. Sin embargo, la desigualdad también puede contribuir a desencadenar las crisis económicas. ¿Conduce la desigualdad a más inestabilidad financiera?, ¿redunda la inestabilidad financiera en mayores niveles de desigualdad?, ¿cómo afecta a los derechos humanos el aumento de la desigualdad? Preguntas medulares que guían este informe. Facultad de Periodismo y Comunicación ...

  7. Violencia contra las mujeres: las dimensiones de la desigualdad

    OpenAIRE

    Ana Isabel Blanco García

    2008-01-01

    En este número entraremos directamente en el debate acerca de la "Violencia contra las mujeres: las dimensiones de a desigualdad", que desde hace unos años recorre todo el sustrato del pensamiento feminista y del que en buena medida es deudor el propio título de nuestra revista.

  8. Violencia contra las mujeres: las dimensiones de la desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel Blanco García

    2008-12-01

    Full Text Available En este número entraremos directamente en el debate acerca de la "Violencia contra las mujeres: las dimensiones de a desigualdad", que desde hace unos años recorre todo el sustrato del pensamiento feminista y del que en buena medida es deudor el propio título de nuestra revista.

  9. Pobreza y desigualdades en el sector de la salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagstaff Adam

    2002-01-01

    Full Text Available La pobreza y la mala salud son fenómenos interrelacionados. Los países pobres tienden a presentar peores resultados sanitarios que los más pudientes, y dentro de cada país las personas pobres tienen más problemas de salud que las acomodadas. Esta asociación refleja una relación de causalidad que funciona en los dos sentidos: la pobreza genera mala salud, y la mala salud hace que los pobres sigan siendo pobres. En este artículo se examinan las pruebas disponibles respecto a las desigualdades sanitarias entre las personas pobres y las que no lo son, así como respecto a las repercusiones que en forma de empobrecimiento y desigualdad de ingresos pueden tener los gastos en atención de salud. Se hace una exposición sucinta de los actuales conocimientos sobre las causas de las desigualdades y sobre la eficacia de las políticas destinadas a combatirlas, y se señala que es demasiado poco lo que se sabe acerca de los efectos de esas políticas, pese a las abundantes técnicas de medición disponibles y a los muchos datos obtenidos sobre la magnitud y las causas de las desigualdades.

  10. Comunicação e culturas regionais e a sociedade digital no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Doris Fagundes Haussen

    2010-11-01

    Full Text Available A globalização da economia e a evolução tecnológica têm provocado significativas alterações na sociedade. As fronteiras geográficas são atravessadas por referentes virtuais que incidem diretamente sobre acomunicação e a cultura. Este artigo propõe-se, assim, a analisar o fenômeno, procurando identificar a sua influência sobre a sociedade brasileira, sua cultura e identidade. Estuda, também, a inserção do País na sociedade digital.

  11. Regional differences associated with drinking and driving in Brazil Diferenças regionais entre os fatores associados ao beber e dirigir no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel De Boni

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To evaluate regional differences and similarities associated with drinking and driving (DUI in the five Brazilian macro-regions. METHOD: A roadside survey was conducted in the 27 Brazilian state capitals. A total of 3,398 drivers were randomly selected and given a structured interview and a breathalyzer test. To determine the predictors of positive blood alcohol concentration (BAC in each region, a MANOVA was performed, and 3 groups were used as follows: 1 North and Northeast, 2 South and Midwest, and 3 Southeast. A Poisson robust regression model was performed to assess the variables associated with positive BAC in each group. RESULTS: Of all surveyed drivers, 2,410 had consumed alcohol in the previous 12 months. Most were male, with a median age of 36. Leisure as the reason for travel was associated with positive BAC in all 3 groups. Low schooling, being older than 30, driving cars or motorcycles and having been given a breathalyzer test at least once in their lives predicted DUI in at least two different groups. CONCLUSIONS: Factors , especially low schooling and leisure as a reason for travel, associated with drinking and driving were similar among regions, although certain region-specific features were observed. This information is important for aiming to reduce DUI in the country.OBJETIVO: Avaliar diferenças e similaridades em relação a beber e dirigir (DUI nas cinco macroregiões brasileiras. MÉTODO: Um roadside survey foi realizado nas 27 capitais brasileiras. Foram selecionados aleatoriamente 3.398 condutores que responderam a uma entrevista estruturada e foram testados com uso de etilômetro. Para a construção de modelos preditivos de alcoolemia positiva (BAC, as regiões foram agrupadas de acordo com sua similaridade, obtida por MANOVA, em: 1 Norte e Nordeste; 2 Sul e Centro-Oeste; 3 Sudeste. Em cada grupo foi realizado um modelo de regressão robusta para estimar as variáveis associadas a BAC. RESULTADOS: Dentre os

  12. Marcas regionais de alimentos: a relação de valor do consumidor como determinante de compra

    OpenAIRE

    Macedo, Juliana Flávia Palazzo da Costa

    2009-01-01

    Esta dissertação é o resultado de pesquisa que investigou, sob a ótica da teoria da cadeia de meios-fim (MEC), o comportamento dos consumidores de produtos alimentares com relação a marcas regionais de café torrado e moído e de laticínios da cidade de Uberlândia, Minas Gerais. O objetivo central foi identificar a estrutura cognitiva desses consumidores, de forma a compreender as relações de valores com as suas atitudes de compra e consumo. As bases teóricas desta pesquisa são o...

  13. Desigualdades na saúde reprodutiva das mulheres no Paraná Inequalities in the reproductive health of women in the State of Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2007-09-01

    Full Text Available As desigualdades sociais afetam especialmente as mulheres no mundo em desenvolvimento, com reflexos sobre a saúde das mulheres e sobre os indicadores de saúde reprodutiva. Este estudo objetiva identificar as desigualdades sociais e em saúde reprodutiva das mulheres no Estado do Paraná. Desenvolveu-se estudo ecológico cujas unidades de análise foram os municípios paranaenses agregados em áreas homogêneas segundo indicadores socioeconômicos gerais e da inserção social feminina com base nas técnicas de análise multivariada. Foram calculados os indicadores sociais de gênero a partir do banco de dados do Censo/IBGE 2000 e de saúde reprodutiva (qüinqüênio 1998-2002 construídos a partir dos dados dos sistemas de informação do SUS, para estes agrupamentos. Calculou-se a Razão entre Taxas para medir as desigualdades sociais de gênero e a Variância das Médias Brutas para medir as desigualdades em saúde reprodutiva das mulheres entre os grupos de municípios. Verificou-se dentre os resultados que existem profundas diferenças nos indicadores de saúde reprodutiva das mulheres entre os municípios, tanto na tipologia socioeconômica como na inserção social das mulheres. Os agrupamentos socioeconômicos 4 e 5 apresentaram em geral indicadores de saúde reprodutiva feminino mais desfavoráveis. Estes dois grupos envolvem 160 municípios (40% do total do Estado e uma população de 1,4 milhões de pessoas. Estes municípios estão concentrados em 9 das 22 regionais de saúde do Estado. Foram identificadas diferenças sociais de gênero com desvantagens para as mulheres. O permanente dimensionamento das desigualdades em saúde reprodutiva no Paraná poderá auxiliar na tomada de decisões no sentido de revertê-las.Social inequalities affect specially women in the developing world, with effects on reproductive and sexual health indicators. This study aims to identify both social and women's reproductive health inequalities in the

  14. Presença digital dos Conselhos Regionais de Biblioteconomia do Brasil no Facebook

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Cristina Delfini Corrêa

    Full Text Available RESUMO O Facebook, enquanto plataforma colaborativa na Internet que agrega diversas redes sociais, é uma ferramenta capaz de alcançar um grande número de potenciais interessados naquilo que os perfis ali inscritos se propõem a oferecer. Além de ser um excelente canal de divulgação e marketing, essa mídia social é também uma plataforma de comunicação muito eficiente. Dentre as diferentes categorias de profissionais com perfil no Facebook estão presentes os Conselhos Regionais de Biblioteconomia (CRBs brasileiros que buscam marcar ali sua presença digital e atingir seu público-alvo com informações de interesse aos bibliotecários. O presente trabalho é resultado de pesquisa documental que tem como objetivo apresentar, categorizar e discutir as postagens de 13 CRBs presentes na mídia social Facebook durante o ano de 2014. Para tal, utilizou-se o programa R, um software livre que consiste de uma linguagem e ambiente estatístico e geração de gráficos. Identificou-se um total de 3.240 postagens durante o período de estudo, analisadas em 9 categorias, dentre as quais, Indicação de Links foi a mais utilizada, com 1297 postagens.. Entre os CRBs com maior número de publicações, encontram-se o CRB-1 com 766 publicações, seguido pelos CRB-6 com 587 e o CRB-13 com 461 publicações. Com base nos resultados, conclui-se que o Facebook representa uma ferramenta que oportuniza aos CRBs um contato menos formal com seu público-alvo, permitindo criar uma nova identidade que os aproxime dos bibliotecários para além da austeridade dos aspectos fiscalizatórios de sua natureza autárquica.

  15. Sabores de viagem - as culinárias regionais nos guias turísticos entre 1966 e 1983.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Patrícia de Morais

    2012-11-01

    Full Text Available Partindo da premissa de que os saberes culinários se constituem em um dos principais suportes nos processos de construção e transmissão de identidades, busca-se entender a comida regional como expressão das culturas regionais em sua relação com a atividade turística. Parte-se do pressuposto de que a difusão dos regionalismos tem relação próxima com o desenvolvimento desta atividade no Brasil, num movimento em que as personalidades regionais são apropriadas e alçadas ao status de atrativos e produtos turísticos. Sem pretender estabelecer uma relação de causalidade entre turismo e comida regional, entende-se que embora a visibilidade das culinárias típicas no Brasil tenha relação com uma série de outras variáveis, o turismo é fundamental para se compreender os contornos e o alcance da visibilidade destas culinárias. Para tanto, a discussão terá como ponto de partida uma reflexão sucinta sobre os guias de viagem como fonte de pesquisa tomando como estudo de caso específico os casos de Minas Gerais e Paraná no interior do Guia Quatro Rodas Brasil entre 1966 e 1983.

  16. A transição nutricional no Brasil: tendências regionais e temporais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Batista Filho Malaquias

    2003-01-01

    Full Text Available Tendo como principal fonte de informações três estudos transversais realizados nas décadas de 70, 80 e 90, faz-se uma análise da transição nutricional do Brasil, referenciada no rápido declínio da prevalência de desnutrição em crianças e elevação, num ritmo mais acelerado, da prevalência de sobrepeso/obesidade em adultos. A correção dos déficits de estatura foi de 72% em crianças urbanas e de 54,4% no meio rural, enquanto a ocorrência de obesidade duplicou ou triplicou em homens e mulheres adultos nos extremos da série temporal analisada. Com exceção do Nordeste rural, a prevalência de desnutrição em mulheres adultas declinou para taxas aceitáveis (em torno de 5% a partir de 1989. Inversamente, as anemias continuam com prevalências elevadas e indicações de tendências epidêmicas. Descreve-se a evolução do estado nutricional da população brasileira segundo macrorregiões e distribuição social, analisando-se os prováveis fatores das mudanças ocorridas.

  17. Desigualdades en la mortalidad por enfermedades cardiovasculares en los municipios del Eje Cafetero, 2009-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dora Cardona

    2015-09-01

    Conclusiones. Se carece de indicadores de desigualdad desagregados a nivel de municipio. Los sugeridos con este propósito se calculan para el nivel nacional y departamental, lo que no favorece la caracterización de las desigualdades sociales en salud a nivel territorial.

  18. Pobreza, desigualdad y tasa de suicidio en Colombia, 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adalberto Campo-Arias

    2015-01-01

    Full Text Available El suicidio es un tema complejo de importancia en salud pública relacionado con múltiples determinantes. Sin embargo, se ha brindado menor atención a los determinantes sociales distales. El objetivo del presente estudio fue estimar la correlación entre pobreza y desigualdad y la tasa de suicidio en Colombia durante el 2012. Se diseñó un estudio ecológico en el que se cuantificó la correlación entre los porcentajes de pobreza, el coeficiente de Gini (desigualdad y las tasas de suicidio en los departamentos colombianos. Se contó la información de 23 departamentos y el Distrito Capital; los porcentajes de pobreza se observaron 11,6 y 68,0% (M=40,7; SD=14,2, los coeficientes de Gini entre 0,452 y 0,616 (M=0,511; SD=0,037; y las tasas de suicidio entre 1,52 y 7,59 (M=3,99; SD=1,5. La correlación entre pobreza (r=-0,401; p=0,052 y coeficiente de Gini y (r=-0,086; p=0,689 y la tasa de suicidio fueron no significativas. Se concluye que la tasa de suicidio en los departamentos colombianos durante 2012 fue independiente los porcentajes de pobreza y el coeficiente de Gini para desigualdad. Se necesitan más investigación de los determinantes sociales de las tasas de suicidio.

  19. A DESIGUALDADE AMBIENTAL EM RIO DAS OSTRAS-RJ, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Higa Bellini

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo analisou a desigualdade ambiental em Rio das Ostras-RJ por meio do mapeamento das condições adequadas de habitação, baseada nos índices de abastecimento de água, de esgotamento sanitário, de alfabetização, de renda, de disposição do lixo e de presença de vegetação, oriundos do Censo IBGE de 2010 e de imagens de satélite Cbers-2b e Landsat-5, de 2008. Os índices foram ponderados pelo método Analitic Hierarchy Process e agregados no software ArcGis 10.0, construindo o índice de desigualdade ambiental. O município de Rio das Ostras foi selecionado por apresentar um elevado crescimento populacional entre 2000 e 2010, seguido de um significativo crescimento econômico derivado da exploração de petróleo e gás na Bacia de Campos. Nesse sentido, tornou-se importante verificar se o crescimento populacional e econômico vinha acompanhando de condições de habitação adequadas para toda a população. O resultado expôs a presença de desigualdade ambiental em Rio das Ostras, afetando principalmente a população de menor renda, com maiores porcentagens de analfabetos e localizados no limite da área urbanizada e na área rural, cujas áreas apresentaram deficiência na oferta de serviços e infraestrutura. Concluiu-se que a distribuição condições adequadas de habitação avaliada por este trabalho não é homogênea e segue a lógica de valorização da terra urbana para o processo de especulação imobiliária em Rio das Ostras. A presença da desigualdade ambiental também representa dificuldades na garantia da sustentabilidade urbana, com diversas áreas desprovidas de condições de habitação em que, por isso, acabam por impactar o meio ambiente.

  20. LAUCHLIN CURRIE: DESARROLLO, POBREZA Y DESIGUALDAD DEL INGRESO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Blanca Cecilia Zuluaga

    2003-01-01

    Full Text Available El objetivo de este artículo es analizar el pensamiento de Lauchlin Currie acerca de la pobreza y la distribución del ingreso. Currie fue un economista colombiano que dedicó buena parte de su tiempo al análisis de los problemas sociales y económicos de Colombia, ofreció numerosas y novedosas propuestas para superar el problema de la pobreza en la nación y propició una interesante discusión acerca de la desigualdad entre países. Ambos temas serán tratados en este artículo.

  1. Os animais na fraseologia brasileira

    OpenAIRE

    Rogério Ferreira Guerra

    2012-01-01

    http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2011v45n2p461 Os animais são utilizados como referência para desenvolver o comportamento, aspecto físico, personalidade e estados subjetivos de uma pessoa (e. g., mosca: pessoa importuna ou insistente; cacarejar: palrar monotonamente, tagarelar). Foram analisados os substantivos, verbos e frases (clichês, gírias e provérbios) usados pela população brasileira, de acordo com as descrições mencionadas nos dicionários e livros sobre folclore. A maior parte ...

  2. Justicia y legitimidad de la desigualdad tras la crisis financiera

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesús García Cívico

    2009-07-01

    Full Text Available La crisis no sólo ha puesto de manifiesto la desconexión entre economía real y financiera sino también ha permitido cuestionar, aunque tímidamente, el papel legitimador que a menudo corresponde a los atributos meritocráticos (esfuerzo, inteligencia, etc. en el tipo de desigualdad a la que da lugar el sistema de mercado. Cuestionadas algunas de las bases (morales si se quiere con las que se pretendía fundado pero también fundante el principio de justicia del capitalismo (la vieja cuestión de la desigualdad económica legítima en relación con la igualdad formal y de derechos en el seno de la ciudadanía, pero también el nuevo problema de los techos salariales, etc. nos encontramos, querámoslo o no, ante la oportunidad de medidas más igualitarias, dado la creciente y quizás no sólo coyuntural proclividad social hacia las mismas, un fundamento sociológico valido desde la abierta y exigente conceptualización de la igualdad en nuestro ordenamiento jurídico.

  3. As desigualdades socioespaciais de acesso aos saberes: uma perspectiva de renovação da sociologia das desigualdades escolares?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Choukri Ben Ayed

    2012-09-01

    Full Text Available Este artigo dá conta do avanço dos conhecimentos sobre as desigualdades socioespaciais de acesso aos saberes na França. Embora este objeto envolva muitas questões societais, as pesquisas empíricas a ele consagradas continuam embrionárias. A que apresentamos aqui, muito abrangente, constitui um caso relativamente isolado. Depois de descrever a situação global das desigualdades na escolarização nesse país, o texto retoma a gênese da pesquisa. Insiste tanto no que está em jogo, metodologicamente, no estudo das variações do aprendizado escolar em função dos contextos de escolarização, quanto na necessidade de não dissociar, nas análises, o impacto dos fatores sociais e espaciais. De fato, hoje, uma das alavancas de renovação das abordagens na sociologia da educação consiste em levar em conta uma combinação dos dois.

  4. The tax aspects of mature fields of oil and the reduction of regional inequalities in Brazil; Aspectos fiscais dos campos maduros de petroleo e reducao das desigualdades regionais no Brasil

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Passeggi, Alicia Violeta B.S. [Instituto Brasileiro de Petroleo, Gas e Biocombustiveis (IBP), Rio de Janeiro, RJ (Brazil); Bichara, Jahyr-Philippe [Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, RN (Brazil)

    2008-07-01

    Considering the important role played in internalizing national development by the small and medium size oil producers, the work approaches the tax aspects in the activity of mature fields' exploitation, relating it to the constitutional principle of reduction of regional inequalities, which is deeply developed in the Brazilian Federal Constitution of 1988. The birth of a new class of independent producers, in a scene before dominated by one single actor, is a phenomena that demands special attention from the State as 'regulator', because it includes several relevant aspects to the achievement of national objectives, legally imposed, such as: free enterprise, the pursuit of plain employment, the reduction of regional inequalities, a favored treatment to enterprises of small size, the conservation of energy, the rational use of oil, among others. Despite its relevance, the exploitation of mature fields suffers an absence of specific regulation, e.g., in what concern the imprecise terminology of mature fields. It was verified through the research, that the tax regime does not take into consideration neither the reduced contributive capacity of the small and medium size producers, nor its important function in the regional and energy subjects. (author)

  5. O padrão de mobilidade de São Paulo e o pressuposto de desigualdade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Zandonade

    2012-01-01

    Full Text Available Os fatores determinantes dos problemas de mobilidade cotidiana nas metrópoles brasileiras estão associados ao seu padrão desigual de urbanização. Tomado como referência para esta discussão, São Paulo é um caso de extrema representatividade para esta problemática, onde as dificuldades de mobilidade afetam seriamente a população de menor renda. Mais recentemente o problema se alastra e crescem as pressões pela melhoria das condições de transporte. Neste contexto, o debate sobre melhoria dos sistemas de transporte coletivo é necessário, mas não suficiente. A expectativa de utilização do automóvel particular é generalizada, porém não existem condições de viabilizar a mobilidade cotidiana com base nesse modal. A ampliação do transporte sobre trilhos é lenta e não há possibilidade de mudança substantiva em curto prazo. Este caótico modelo sustentase no pressuposto da desigualdade social, que resulta hoje numa crescente desigualdade ambiental urbana. A melhoria das condições de mobilidade para todos envolve o questionamento desse pressuposto.The inequality pattern ofurbanization is a crucialfactor determiningproblems of daily mobility in metropolitan areas. Sao Paulo is a representative case study since the problems ofmobility long since are deeply affecting the low income population. More recently the problem is gainingscale andpressure for impro ved transport conditions aregrowing. In this context, discussing measures to improve public transport systems is necessary but not sufficient. The dream ofcar ownership and use is widespread, but this modal shift has no conditions to enable daily mobility. The expansion ofrail transportation system is slow and in this context there is no possibility of substantive change in the short term. The current chaotic mobility model is structured by the social inequality, resulting nowadays in a growing urban environmental inequality. Mobility improvementfor everyone requires

  6. DESAFIOS URBANOS À DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO ÀS OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS NAS METRÓPOLES BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO: O presente artigo sistematiza o progresso da pesquisa sobre os padrões de organização social do território das metrópoles brasileiras e seus impactos nos mecanismos de reprodução das desigualdades educacionais entre crianças e jovens. Ele tem como base os resultados de um grande número de investigações empíricas realizadas pelo grupo de pesquisa multidisciplinar "Educação e Cidade", integrante do Instituto Nacional de Pesquisa e Tecnologia (INCT - "Observatório das Metrópoles" - CNPq/FAPERJ. Além de apresentar o estado da arte sobre o conhecimento referente à relação entre os processos de segmentação e segregação residencial e as desigualdades de acesso à estrutura de oportunidades educacionais, o artigo também propõe a reflexão sobre a necessidade da consideração do território urbano como dimensão transversal das políticas de educação e da cidade.

  7. Desenvolvimento econômico, desigualdade e saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prata Pedro Reginaldo

    1994-01-01

    Full Text Available O autor se refere a dimensão socioeconômica, individual e coletiva do fenômeno saúde-doença. Refere-se também ao fato das populações estarem sobre a influência desigual de fatores de risco e de proteção à saúde. Discute as desigualdades no desenvolvimento e a relação entre desenvolvimento, riqueza, saúde e justiça social. Questiona as teorias de desenvolvimento econômico, diferenciando desenvolvimento de crescimento. Cunha os conceitos de armadilha do desenvolvimento e refugiados sociais. Define uma comunidade saudável. Propõe a necessidade de mudança no modelo de desenvolvimento. Baliza o papel e as limitações do setor saúde no que diz respeito a iniqüidade social.

  8. Longe demais das capitais: distâncias e desigualdades

    OpenAIRE

    Eliana Teresinha Quartiero

    2014-01-01

    Nesta pesquisa realizamos um exercício de problematização acerca das verdades que demarcam processos de diferença/desigualdade presentes na implantação de uma formação de professoras/es nas temáticas de gênero, sexualidade, orientação sexual e relações étnico-raciais. Tomamos o trabalho de problematização como a tarefa de levantar as questões colocadas no campo e, também, as soluções que estão sendo propostas, considerando que, tanto as perguntas quanto as respostas, são elaboradas dentro de ...

  9. Desigualdades raciais no Brasil: síntese de indicadores e desafios no campo das políticas públicas Racial inequalities in Brazil: a synthesis of social indicators and challenges for public policies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Heringer

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo pretende sistematizar e analisar indicadores que revelam a dimensão das desigualdades raciais no Brasil. Parte-se do princípio de que as desigualdades raciais, ao afetarem a capacidade de inserção dos negros na sociedade brasileira, comprometem o projeto de construção de um país democrático e com oportunidades iguais para todos. Essas desigualdades estão presentes em diferentes momentos do ciclo de vida do indivíduo, desde a infância, passando pelo acesso à educação, à infra-estrutura urbana e cristalizando-se no mercado de trabalho e, por conseqüência, no valor dos rendimentos obtidos e nas condições de vida como um todo. Também serão apresentadas as principais vertentes do atual debate político sobre desigualdades raciais no Brasil, identificando as iniciativas por parte do Estado brasileiro e da sociedade civil destinadas a enfrentar a discriminação e as desigualdades raciais. Finalmente, pretende-se apontar alguns desafios colocados para os formuladores de políticas de saúde a partir deste quadro.This article aims to systematize and analyze social data that reveal the dimension of racial inequalities in Brazil. The point of departure is that racial inequalities affect the capacity for integration of Blacks into Brazilian society and jeopardize the proposal to build a democratic society with equal opportunities for all. Such inequalities are present at different moments in the individual life cycle, beginning in childhood and continuing through school years, in access to urban infrastructure, and crystallizing in the labor market, consequently determining the income and living conditions of Afro-Brazilians as a whole. The article also analyzes the main positions in the political debate on racial inequalities in Brazil, identifying recent initiatives by both the Brazilian government and civil society to deal with racial discrimination and racial inequalities. The article concludes by identifying key

  10. As variáveis ambientais, as estradas regionais e o fluxo das tropas em Diamantina, MG: 1870-1930

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Lobato Martins

    2006-06-01

    Full Text Available Este trabalho mapeia as estradas no entorno de Diamantina e analisa as condições de funcionamento das tropas de muares, responsáveis pelo transporte de pessoas e mercadorias no Alto Jequitinhonha na virada do século XIX para o século XX. As variáveis ambientais regionais (topografia, tipos de solos, pluviosidade, temperaturas, características dos rios etc. são apontadas como fatores decisivos, de um lado, para explicar a permanente precariedade das estradas e, de outro lado, para desestimular os investimentos locais em estradas de rodagem e empresas de transporte rodoviário. Dessa forma, o "antigo sistema de circulação" ganhou sobrevida na região até bem adiantado o século XX.This article maps the roads around Diamantina (Minas Gerais and analyses the working conditions of mule trains, responsible for the transportation of people and goods in the Upper Jequitinhonha region on the turn of the 19th to the 20th Century. Regional environmental variables, like topography, types of soil, temperature, rainfall, river characteristics and useful natural resources etc., are seen as decisive factors, on one hand, to explain the road's permanent precariousness and, on the other hand, to discourage local investments in roadways and carrier services. Thus, the ancient circulation system survived in the region well up to the mid-20th century.

  11. INVERSIÓN EXTRANJERA DIRECTA, CRECIMIENTO ECONÓMICO Y DESIGUALDAD EN AMÉRICA LATINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Macarena Suanes

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo analiza la relación entre la inversión extranjera directa ( IED , el crecimiento económico y la desigualdad de ingresos en América Latina. Con un panel de datos para 18 economías durante el periodo 1980-2009, se estiman dos ecuaciones que recogen la relación entre la IED y el crecimiento económico y la desigualdad de ingresos, respectivamente. Los principales resultados obtenidos confirman el impacto positivo de la IED sobre el crecimiento económico, y evidencian impactos significativos no lineales sobre la desigualdad de ingresos: si bien la IED provoca un incremento en la desigualdad, a partir de determinados niveles de IED (en porcenta - je del PIB induce a una mayor equidad.

  12. Desigualdad, pobreza y migración en las provincias de Lima y el impacto del centralismo

    OpenAIRE

    Miranda Valdivia, Franklin

    2017-01-01

    La desigualdad es uno de los problemas históricos del mundo moderno, de sus regiones y países. Las distintas formas y niveles de cómo se expresa la desigualdad inquietan los debates interdisciplinarios del desarrollo social actual y las políticas sociales consiguientes. Desde distintas perspectivas la desigualdad es abordada por el PNUD, la CEPAL en nuestra región, OXFAM en sus informes nacionales, regionales y mundiales sobre desigualdad, riqueza, pobreza y medioambiente. El capital en el si...

  13. Os animais na fraseologia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Ferreira Guerra

    2012-07-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2011v45n2p461 Os animais são utilizados como referência para desenvolver o comportamento, aspecto físico, personalidade e estados subjetivos de uma pessoa (e. g., mosca: pessoa importuna ou insistente; cacarejar: palrar monotonamente, tagarelar. Foram analisados os substantivos, verbos e frases (clichês, gírias e provérbios usados pela população brasileira, de acordo com as descrições mencionadas nos dicionários e livros sobre folclore. A maior parte dos animais usados nas comparações teriomórficas pertence à fauna nativa, espécies domésticas ou que vivem próximas ao homem - principalmente mamíferos das ordens Artiodactyla, Carnivora e Perissodactyla. Os animais foram majoritariamente utilizados com propósitos negativos e algumas expressões populares revelam erros curiosos, como "chorar lágrimas como caranguejo"; o significado muda em razão do gênero, desenvolvimento físico e tamanho dos animais usados como referência. Não obstante as precisões e equívocos à respeito dos animais, a linguagem teriomórfica funciona como esquema metafórico, o qual é útil para transmissão de ideias e pensamentos complexos durante uma conversa rotineira.

  14. Desigualdades na autoavaliacao da saude bucal em adultos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Antoni Luchi

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar a associação entre autoavaliação da saúde bucal em adultos e desigualdades sociodemográficas. MÉTODOS Estudo transversal com 2.016 adultos de 20 a 59 anos de idade, de Florianópolis, SC, em 2009. A amostra foi obtida por duplo estágio (setores censitários e domicílios. Os dados foram coletados por entrevistas domiciliares face a face. O desfecho foi autoavaliação da saúde bucal. As variáveis exploratórias foram caracterizadas em blocos demográficos, socioeconômicos, de utilização de serviços e de condições bucais autorreferidas. Foi realizada análise de regressão multivariável de Poisson e estimadas as razões de prevalências e respectivos intervalos de 95% de confiança. RESULTADOS A prevalência de autoavaliação negativa da saúde bucal foi de 33,2% (IC95% 29,8;36,6. Idade avançada, referir-se como pardo, possuir menor escolaridade, ter consultado o dentista há três anos ou mais, ter realizado a última consulta em consultório público, possuir menos de dez dentes naturais presentes em pelo menos um arco, perceber necessidade de tratamento odontológico, apresentar sensação de boca seca e dificuldade de alimentação em virtude dos dentes foram associados à autoavaliação negativa da saúde bucal na análise ajustada. CONCLUSÕES A autoavaliação da saúde bucal reflete as desigualdades em saúde e está relacionada às piores condições socioeconômicas, menor uso de serviços de saúde e pior condição bucal autorreferida.

  15. Pobreza, desigualdad, educación y mipymes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Comas

    2004-06-01

    Full Text Available Por desgracia, Nicaragua no es una excepción dentro de América Latina respecto a la mala distribución de los ingresos: todavía hay países que nos superan, por ejemplo, Guatemala, Brasil, etcétera. América Latina es la región más desigual del mundo, como han descubierto con estupor los técnicos de los organismos internacionales. Actualmente se ha visto que la desigualdad es sobre todo la obra del más rico de la población, no de la clase media; de ahí que hoy la CEPAL mida la desigualdad comparando el nivel de vida (el ingreso per cápita o por hogar del más rico con el nivel de vida del 40% más pobre de cada país. Si tomamos las cifras que da el Banco Mundial (por ejemplo en la edición de indicadores de desarrollo del año 2000, descubrimos que en el conjunto de Europa-Estados Unidos-Canadá-Japón-Australia (es decir, los países ricos y los países ex comunistas, Rusia excluida, el 10% más rico tiene un nivel de vida cinco veces superior al nivel de vida promedio del 40% pobre del país. En el mundo árabe (norte de África y Próximo Oriente, la diferencia es algo mayor: de seis a uno. En el conjunto India-Pakistán-Bangladesh y en el sudeste asiático (donde están esos "tigres" llamados Corea del Sur y Taiwán, entre otros, la relación es de siete a uno. En China es algo menos, de ocho a uno. En el África subsahariana, la relación es de diez a uno. En la Rusia actual (la de las mafias, el 10% más rico vive 12 veces mejor que el 40% más pobre. Y en América Latina, su más rico vive... i 19 veces mejor que el 40% pobre! Una distancia entre ricos y pobres cuatro veces mayor que la de los países ricos y los países europeos en general, y muy superior a la del resto del mundo. NO es de extrañar que A

  16. OS MODELOS DE CRESCIMENTO E DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SUA APLICABILIDADE NAS ECONOMIAS REGIONAIS NÃO DESENVOLVIDAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelmo M. França

    2012-01-01

    Full Text Available Neste artigo serão apresentadas as definições de crescimento e desenvolvimento econômico e as algumas discussões propostas pelos principais modelos econômicos voltados ao crescimento e desenvolvimento econômicos, questionando o fato deles terem suas origens nas economias desenvolvidas e, portanto, distantes das realidades sociais, políticas e econômicas dos países e das regiões pobres ou em fase de desenvolvimento. As abordagens sobre o tema estarão focadas na realidade econômica brasileira dos anos 1950 até a presente data, explicitando-se as dificuldades e os avanços econômicos realizados no período acima mencionado, considerando as disparidades no crescimento e desenvolvimento regional. Não ficarão fora os possíveis entraves ou externalidades positivas oriundas do cenário econômico internacional, tanto na forma de benefícios para a economia brasileira, quanto na forma de contribuição do Brasil para o mundo não desenvolvido. A presença da economia e da política externa brasileira está cada vez mais evidente e, neste sentido o Brasil vem somando forças para se estabilizar no cenário econômico internacional, bem como contribuindo para a melhoria das econômicas com maiores comprometimentos que o Brasil.

  17. OS MODELOS DE CRESCIMENTO E DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SUA APLICABILIDADE NAS ECONOMIAS REGIONAIS NÃO DESENVOLVIDAS

    OpenAIRE

    Adelmo M. França

    2012-01-01

    Neste artigo serão apresentadas as definições de crescimento e desenvolvimento econômico e as algumas discussões propostas pelos principais modelos econômicos voltados ao crescimento e desenvolvimento econômicos, questionando o fato deles terem suas origens nas economias desenvolvidas e, portanto, distantes das realidades sociais, políticas e econômicas dos países e das regiões pobres ou em fase de desenvolvimento. As abordagens sobre o tema estarão focadas na realidade econômica brasileira d...

  18. Candidatos corruptos são punidos?: accountability na eleição brasileira de 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Mata Machado de Castro

    2014-04-01

    Full Text Available Um dos principais temas da teoria democrática é o processo por meio do qual os cidadãos controlam a atividade de seus representantes. Neste artigo, analisam-se o sistema político brasileiro em termos gerais e as eleições de 1998 e 2006 em particular, com o objetivo de discutir se o processo de accountability vertical nos interstícios eleitorais torna os cidadãos capazes de punir ou recompensar seus representantes na eleição seguinte. A importância deste artigo está na análise dos efeitos do envolvimento de políticos nos escândalos do Mensalão e dos Sanguessugas, que abalaram a sociedade brasileira nos dois anos que precederam a eleição de 2006. Apesar dos custos de informação, dos baixos interesse e envolvimento político, da desigualdade social e pobreza característicos da sociedade brasileira, os eleitores foram capazes de punir grande parte dos políticos denunciados nos escândalos.

  19. Desigualdad, exclusión y justicia global

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Di Castro, Elisabetta

    2010-12-01

    Full Text Available The process of globalization has affected the national State to the point of crisis and has increased inequality and exclusion in the world. Therefore, justice cannot keep being thought exclusively, as done in the past century, within certain limits all concerned to the State. Facing citizenship and State process of hierarchy in the new world order, a global justice theory must consider long-term the consolidation of a global constitutionalism that guarantees fundamental rights for everyone and promotes a fair distribution of the benefits generated by globalization.

    El proceso de globalización ha puesto en crisis al Estado-nación y ha incrementado la desigualdad y la exclusión en el mundo. Por ello, la justicia no puede seguir siendo pensada exclusivamente, como se hizo en tiempos pasados, a partir del estrecho margen estatal. Frente a la jerarquización de la ciudadanía y de los Estados en el nuevo orden mundial, una teoría de la justicia global debe plantearse a largo plazo la consolidación de un constitucionalismo global que garantice los derechos fundamentales para todas las personas y promueva una distribución justa de los beneficios que genera la globalización.

  20. Redes económicas y desigualdades sociales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIANO FERNÁNDEZ ENGUITA

    1993-01-01

    Full Text Available Se propone un marco general para la interpretación de las desigualdades sociales según el cual éstas, o las más relevantes de éstas, se configuran en torno a redes económicas de carácter inclusivo (hogares y estados o voluntario (organizaciones y mercados. Organizaciones y mercados movilizan los medios de producción, la fuerza de trabajo y la ciencia y la técnica, y el control diferencial sobre estos factores toma respectivamente la forma de propiedad, autoridad y cualificación. Hogares y estados son el origen de las diferencias genéricas y generacionales, los primeros, y comunitarias y étnicas, los segundos. En la economía abierta, formada por organizaciones y mercados, la propiedad, la autoridad y la cualificación sirven de base a relaciones de explotación (transferencia de excedente y dividen a la sociedad en clases, mientras que el género, la generación y la etnia sirven de base a relaciones de privilegio (oportunidades desiguales y la dividen en categorías.

  1. A identificação das variedades regionais do português brasileiro através da informação entoacional

    OpenAIRE

    Peres, Daniel Oliveira

    2017-01-01

    Resumo Este estudo tem como objetivo verificar se falantes do português brasileiro são capazes de reconhecer suas próprias variedades regionais a partir das informações entoacionais. Além disso, também pretende procurar pistas nas variações de F0 que possam justificar o desempenho dos participantes. Os dois experimentos realizados neste trabalho foram feitos com base em três variedades do Português Brasileiro: a variedade de Pelotas (RS), São Paulo (bairro da Mooca) e Senador Pompeu (CE). O e...

  2. Carolina Maria de Jesus: a construção cotidiana da nacionalidade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian Matias dos Santos

    2010-10-01

    Full Text Available

    Este ensaio tem por objetivo analisar como a nacionalidade brasileira se constrói no romance de Carolina Maria de Jesus, Quarto de despejo: diário de uma favelada (1960. Trata-se de uma obra autobiográfica, e sendo a autora mulher, pobre e negra, permiti-nos perceber a existência de “brasis” edificados, dentre outros vários elementos, sobre as bases da desigualdade sócio-econômica, etnico/racial e de gênero. Percebe-se que é desta forma que a nação é construída e reconstruída ininterruptamente – por variados tempos, espaços e sujeitos. São múltiplas determinações surgidas a partir das relações sociais estabelecidas entre um povo que se afirma, em muitos aspectos, a partir da negação do outro e das condições em que vive.

  3. Desigualdades socioeconómicas y diferencias según sexo y edad en los factores de riesgo cardiovascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ángel A. López-González

    2015-01-01

    Conclusiones: Las desigualdades por clase social en los factores riesgo cardiovascular fueron mayores entre las mujeres que entre los hombres. Algunos factores de riesgo cardiovascular, como el tabaquismo y la obesidad, presentan desigualdades importantes en etapas muy tempranas de la vida.

  4. Globalización y desigualdad: evidencia en América Latina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Werner Kristjanpoller Rodríguez

    2017-01-01

    Full Text Available Este artículo investiga la relación entre globalización y desigualdad en doce economías latinoamericanas durante el periodo 2000-2013 mediante análisis de datos de panel. Con base en la importancia que da la literatura a la estructura de una economía, se dividieron los países según niveles de corrupción, educación, tamaño del país y apertura comercial. Los resultados sugieren que la apertura de mercado genera una disminución de la desigualdad, mientras que la inversión extranjera la aumenta. Estructuralmente, los países con mayor corrupción, mayor apertura de mercado y mayor tamaño aprovechan mejor las ventajas de la globalización con el fin de disminuir la desigualdad

  5. Desigualdad, crisis financiera y estancamiento: historias alternativas y por qué importan

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thomas I. Palley

    2016-06-01

    Full Text Available Este escrito examina algunas explicaciones convencionales de la crisis financiera y el estancamiento, y el papel que atribuyen a la desigualdad del ingreso, en contraste con una explicación keynesiana estructural. El papel de la desigualdad del ingreso difiere esencialmente y da lugar a recomendaciones de política diferentes. Esto destaca la gran importancia de la teoría económica, que moldea nuestra manera de entender el mundo y, por tanto, nuestras reacciones. La narración teórica que adoptamos forma implícitamente la política. Y esto se aplica forzosamente al tema de la desigualdad del ingreso, la crisis financiera y el estancamiento.

  6. Desigualdade social e saúde no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neri Marcelo

    2002-01-01

    Full Text Available Esse artigo estuda a relação entre desigualdade social e saúde no Brasil. A estratégia usada foi avaliar as necessidades e o consumo dos serviços de saúde, bem como o acesso a seguro saúde ao longo da distribuição de renda. Adicionalmente, por meio da estimação de uma regressão logística, foram avaliados outros determinantes do consumo dos serviços de saúde, com o intuito de se conhecer aonde e quem utiliza esses serviços no país. Os dados foram extraídos da Pesquisas Nacional de Amostra por Domicilio da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística levada a campo em 1998. Em geral, observou-se que os indivíduos nos primeiros décimos da distribuição de renda têm pior acesso a seguro saúde, necessitam de maiores cuidados médicos, mas consomem menos os serviços de saúde. As outras características extra rendimento indicam que os principais determinantes para o consumo dos serviços de saúde estariam fortemente associados aos grupos sociais mais privilegiados (de maior escolaridade, acesso a seguro saúde, água, esgoto, luz, coleta de lixo e a fatores que apontam para capacidade de geração de oferta desses serviços no país.

  7. Integração assistencial em região de saúde: paradoxo entre necessidades regionais e interesses locais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patty Fidelis de Almeida

    Full Text Available Resumo Este estudo tem como objetivo identificar e analisar o desenvolvimento de estratégias regionais para a integração assistencial no contexto das regiões de saúde, com especial foco no papel da Atenção Primária à Saúde (APS. Foi realizada análise das atas e observação das reuniões de uma Comissão Intergestores Regional (CIR no período de um ano e também onze entrevistas com gestores/gerentes municipais, regionais e estaduais do estado da Bahia. Os resultados indicam que a APS é um tema pouco frequente nas discussões da CIR, embora a região de saúde enfrente problemas em comum a outras regiões da Bahia e do Brasil como a disputa predatória por médicos e fraca coordenação do cuidado. A meta de conformação de Redes de Atenção à Saúde, coordenadas pela APS, ainda é um objetivo distante diante da premência de garantir acesso à atenção especializada e de urgência/emergência hospitalar na região de saúde, tema que dominou as discussões da CIR, ficando a APS circunscrita aos limites municipais.

  8. ¿Por qué importa la desigualdad? Del economicismo a la integridad social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tim Anderson

    2015-01-01

    Full Text Available La falta de consenso existente en torno a la desigualdad contrasta con el aparente consenso construido alrededor de la necesidad de eliminar la pobreza. Se estudia la desigualdad por una diversidad de razones: para identificar sus fuentes, sus consecuencias, el grado en el que la desigualdad es deseable, los vínculos dinámicos entre desigualdad y pobreza, o tratando de discernir las grandes fuerzas estructurales que la impulsan. Sin embargo, se presta poca atención a la objeción principal ante la desigualdad. La mayoría de las explicaciones económicas son opacas, y con frecuencia comparten supuestos muy distintos a los que plantean los sociólogos. En este artículo se sostiene que debemos considerar la amplia gama de diferencias existente entre las explicaciones, pero es importante identificar los distintos fundamentos que tratan la problemática de manera más directa. El trabajo explora cuatro categorías: los argumentos económicos, las explicaciones sobre la pobreza dinámica y el desarrollo humano, las teorías sobre el contrato social y la justicia social y, por último, aquellas que tratan sobre integridad social. Entre ellas, se sostiene que resultan más satisfactorias aquellas explicaciones con base en la integridad social ya que éstas tienden a demostrar, con mayor lógica elemental, cómo la desigualdad grave puede socavar la agencia social integral, así como a un cuerpo político coherente tan necesario para el progreso social y la plena vigencia de los derechos de las y los ciudadanos.

  9. MENSURAÇÃO DA DESIGUALDADE EDUCACIONAL ENTRE OS MUNICÍPIOS NORDESTINOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana de Oliveira Rodrigues

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste artigo é analisar a desigualdade educacional da Região Nordeste com base nos dados do Censo Demográfico de 2010. Para este fim, foi calculado o Índice de Gini Educacional (IGE para a parcela da população economicamente ativa com 15 anos ou mais de idade, residentes nos 1793 municípios nordestinos. Foram empregadas as técnicas de Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE e Análise de Regressão Espacial para detectar a importância de algumas variáveis relacionadas ao contexto das famílias, do sistema educacional e da economia dos municípios sobre o Índice de Gini Educacional. Verificou-se que o estado da Bahia apresentou a menor desigualdade educacional no Nordeste, com IGE de 0,394, enquanto o maior índice de desigualdade foi detectado no estado de Alagoas (0,467. Quanto à analise espacial, foi detectada dependência espacial no tocante à desigualdade educacional entre os municípios e seus vizinhos. Constatou-se também que a renda per capita, a frequência escolar líquida, a presença de IES e o PIB per capita municipal contribuem na redução da desigualdade, e que o baixo impacto de variáveis relacionadas ao sistema educacional pode ser atribuído ao seu efeito no longo prazo e, portanto, ressalta-se a importância do investimento e as políticas públicas educacionais, que só terão reflexo na redução da desigualdade educacional dos municípios no futuro.

  10. Una mirada a la desigualdad social y la violencia delictiva en Venezuela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Freddy A. Crespo P.

    2017-08-01

    Full Text Available En los últimos años, en Venezuela se ha asistido a una reducción de la desigualdad social, pero los niveles de violencia delictiva se han incrementado en forma significativa. Con el objetivo de estudiar esta relación se propone la presente investigación, en la que, con base en una metodología complementaria, se correlacionaron los niveles de desigualdad social, medida a través del Índice Gini y la tasa de homicidio en una serie cronológica de más de diez años; de igual manera, se trabajó con la historia de vida de dos casos con patrones delictivos diferenciados. Los resultados de la correlación cuantitativa muestran que la reducción de la desigualdad social está relacionada con el incremento de los homicidios, al contrario de lo que indica la experiencia de otros países, mientras que en la exploración cualitativa se encuentra que no es la desigualdad social, estructuralmente hablando, lo que motiva o inhibe la conducta delictiva y violenta en el individuo. Más bien son las percepciones individuales, que se construyen desde dicha situación de igualdad o desigualdad, lo que cataliza tales acciones. Se concluye que la relación entre desigualdad social y violencia tiene un eco muy profundo en las percepciones individuales, que, al final de cuentas, retroalimentan la construcción estructural entre estas dos variables.

  11. A QUESTÃO DA MOBILIDADE URBANA NAS METRÓPOLES BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Pero

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO O tempo de deslocamento de casa ao trabalho tem se elevado substancialmente nas regiões metropolitanas brasileiras durante a última década. Esse fenômeno tem implicações fortes sobre o bem-estar dos indivíduos, porém as consequências desse problema não se distribuem uniformemente entre a população. O presente trabalho visa contribuir para o debate sobre a questão da mobilidade urbana nas metrópoles brasileiras analisando a evolução do tempo de deslocamento entre 1992 e 2013 e suas diferenças de acordo com características do trabalhador, como sexo, cor e renda per capita , e do posto de trabalho. Verifica-se que o aumento do tempo médio de deslocamento ocorreu a partir de 2003, caracterizando uma questão particularmente importante para as metrópoles brasileiras no terceiro milênio. Os trabalhadores com maiores tempos médios de deslocamento residem nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e de São Paulo. Entretanto, as maiores taxas de crescimento ocorreram nas metrópoles do Pará, Salvador e Recife, sugerindo a necessidade de melhor direcionamento e planejamento de políticas públicas na mobilidade urbana. Considerando as diferenças socioeconômicas, destaca-se que os mais pobres e os mais ricos (extremos da distribuição de renda tendem a apresentar tempos de deslocamento menores do que os trabalhadores de famílias de renda média. Esse padrão se mantém ao longo do tempo, com aumento do tempo médio de deslocamento entre os mais pobres, mostrando uma face da desigualdade. Porém, o maior aumento ocorreu entre os mais ricos, colocando a questão da mobilidade urbana para além dos problemas de exclusão social.

  12. Colombia: el contexto de la desigualdad y la pobreza rural en los noventa

    OpenAIRE

    Gómez Jiménez, Alcides

    2009-01-01

    Este artículo analiza: i) los nefastos efectos sociales derIVAdos del modelo de apertura a la economía internacional y su contradicción con la primacía de la política social consagrada en la Constitución Política de 1991; ii) una aproximación a las relaciones entre política macroeconómica, desigualdad y pobreza; iii) el acelerado aumento de la pobreza y la desigualdad y la brecha creciente urbano rural; iv) el proceso de acaparamiento de tierras sin precedentes, con fines especulativos. La co...

  13. Una mirada a la desigualdad social y la violencia delictiva en Venezuela

    OpenAIRE

    Freddy A. Crespo P.

    2017-01-01

    En los últimos años, en Venezuela se ha asistido a una reducción de la desigualdad social, pero los niveles de violencia delictiva se han incrementado en forma significativa. Con el objetivo de estudiar esta relación se propone la presente investigación, en la que, con base en una metodología complementaria, se correlacionaron los niveles de desigualdad social, medida a través del Índice Gini y la tasa de homicidio en una serie cronológica de más de diez años; de igual manera, se trabajó con ...

  14. Expectativa de vida ao nascer e mortalidade no Brasil em 1999: análise exploratória dos diferenciais regionais Life expectancy at birth and mortality in Brazil, 1999: exploratory analysis of regional differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Carmen Duarte

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as desigualdades quanto ú distribuição de indicadores de saúde nas regiões e estados brasileiros, segundo indicadores de nível socioeconômico e demográfico no ano de 1999. MÉTODO: Realizou-se um estudo transversal ecológico, com enfoque exploratório, tendo como unidade de análise os estados (n = 27 e regiões (n = 5 brasileiras. Calcularam-se medidas descritivas de desigualdade. A correlação de Pearson e a análise de regressão linear foram utilizadas para identificar associações entre indicadores de saúde e indicadores de nível socioeconômico e demográficos selecionados. Os indicadores de saúde analisados foram a expectativa de vida ao nascer; a taxa de mortalidade infantil; mortalidade da criança (OBJECTIVE: To analyze the inequalities found using health indicators in the states and regions of Brazil, according to 1999 socioeconomic and demographic indicators. METHODS: An exploratory ecological cross-sectional study was carried out. The units of analysis were Brazilian states (n = 27 and regions (n = 5. Descriptive measures of inequality were calculated. PearsonÆs correlation and also linear regression analysis were used to identify associations between health indicators and selected socioeconomic and demographic indicators. The health indicators analyzed were: life expectancy at birth, infant mortality rate, mortality rate for children < 5 years due to acute diarrheal diseases and to acute respiratory infections, and deaths due to homicides and traffic accidents. RESULTS: Important gains were seen in life expectancy at birth over the 1991-1999 period, especially for males. There was a trend towards larger gains in states that had had lower life expectancy at birth in 1991, which produced greater homogeneity across Brazil in this indicator in recent years. The infant mortality rate decreased by 28% between 1991 and 1999. However, this indicator still varies widely among the regions-from 52.5 per 1 000

  15. Diferenças regionais de conhecimento, opinião e uso de contraceptivo de emergência entre universitários brasileiros de cursos da área de saúde Regional differences in knowledge, attitudes, and practice in emergency contraceptive use among health sciences university students in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Calanca da Silva

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar as diferenças regionais de conhecimento, opinião e uso de anticoncepção de emergência entre universitários brasileiros. Questionário semi-estruturado abordando conhecimento, opinião, experiência com anticoncepção de emergência e comportamento sexual foi aplicado a adolescentes de universidades brasileiras. Para análise estatística utilizou-se o teste exato de Fisher e ANOVA. Diferenças foram significantes quando o valor de p The aim of this study was to evaluate regional differences in knowledge, attitudes, and practice in emergency contraception use among Brazilian university students. A sample of university students answered a semi-structured questionnaire on knowledge, attitudes, and practice related to emergency contraception and sexual behavior. Fisher's exact test and ANOVA were used for statistical analysis. Statistical significance was set at p < 0.05. Ninety-six percent (n = 588 of the students had heard of emergency contraception, and 19% (n = 111 knew all the situations in which emergency contraception is indicated, with statistical differences between regions of the country. Forty-two percent of sexually active women in the sample had already used emergency contraception; 35% (n = 207 of students equated emergency contraception with abortion; and 81% (n = 473 thought emergency contraception involves health risks. No significant difference was observed between regions of the country regarding use and attitudes towards emergency contraception. Inter-regional differences in knowledge had no impact on students' attitudes and practice in emergency contraception. National awareness-raising campaigns are needed to improve knowledge on emergency contraception.

  16. Desigualdades e limites deveriam estar no centro da Rio+20

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Abramovay

    2012-01-01

    Full Text Available O ano de 2011 foi marcado por um conjunto de estudos (muitos dos quais patrocinados pelas Nações Unidas segundo os quais o sistema econômico mundial já ultrapassa perigosamente algumas fronteiras ecossistêmicas, especialmente no que se refere ao clima, à biodiversidade e ao ciclo do nitrogênio. Longe, entretanto, de apoiar-se nessas conclusões, o documento inicial para a Rio+20 preconiza como solução para os grandes problemas socioambientais contemporâneos o aprofundamento daquilo que já vem sendo feito: ampliar o combate à pobreza e aprofundar a cooperação internacional em direção à ecoeficiência. Este trabalho procura mostrar que são significativas as conquistas dos últimos vinte anos nessas duas direções. Mas não há condições materiais de persistir no sucesso da luta contra a pobreza caso se perpetue a ilusão de que a desigualdade deve ser enfrentada sem que se altere o poder sobre os recursos ecossistêmicos dos que se encontram nos andares de cima da pirâmide social.Many studies published last year (including some organized by the United Nations show that the world economic system has dangerously passed over the ecossytemic frontiers, mainly in climate, biodiversity and nitrogen cycle concerns. Far from using these data and conclusions, the Rio+20 zero-draft envisions a business as usual solution to the socioenvironmental contemporary problems: strengthen poverty fighting and deepen international cooperation toward eco-efficiency. This paper recognizes the huge conquest made in these two domains over the last twenty years. But there are no material conditions for success reducing poverty if the illusion that inequality can be fought without altering the power over natural resources that have those who occupy the upper positions of the social pyramid remains.

  17. Desigualdade, pobreza e obesidade Inequality, poverty and obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Alves Ferreira

    2010-06-01

    Full Text Available Estudos nacionais têm demonstrado a relação positiva entre desigualdade, pobreza e obesidade, revelando a singularidade e a complexidade da transição nutricional no Brasil. Nesta direção, as mulheres constituem um grupo vulnerável à dinâmica da obesidade no contexto da pobreza. Tal fato impõe o aprofundamento teórico e a realização de pesquisas que possibilitem uma maior aproximação com o fenômeno em questão. Nesta perspectiva, o estudo analisou o cotidiano de vida de mulheres pobres e obesas, usuárias de unidades básicas de saúde da cidade de Diamantina, Vale do Jequitinhonha (MG. Os resultados revelaram a imbricada relação entre obesidade feminina e pobreza. Os aspectos culturais e materiais de vida, assim como as diferentes concepções de alimentação e de corpo, demonstraram ser elementos fundamentais para a análise das múltiplas faces da obesidade entre o grupo investigado. Frente a esses resultados, torna-se oportuno fomentar políticas públicas que promovam maior equidade, ampliando o acesso desses grupos aos principais recursos para a prevenção e o combate à obesidade.National studies have been demonstrating the positive relationship among inequality, poverty and obesity revealing the singularities and complexity of the nutritional transition in Brazil. In this direction, the women constitute a vulnerable group to the dynamics of the obesity in the poverty context. Such fact imposes the theoretical deepening and the accomplishment of researches that make possible a larger approach with the phenomenon in subject. In this perspective, the study analyzed the daily life of poor and obese women, users of basic units of health of the city of Diamantina, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais State. The results revealed the complex relationship between feminine obesity and poverty. The cultural and material aspects of life, as well as the different feeding and body conceptions that demonstrated to be fundamental

  18. O problema da desigualdade social na teoria da sociedade de Niklas Luhmann

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Dutra Torres Junior

    Full Text Available A teoria da sociedade de Niklas Luhmann é frequentemente acusada de conservadorismo, visto que negligencia a relevância das estruturas de desigualdade na sociedade moderna. Este artigo propõe uma leitura alternativa dessa teoria, a qual implica uma reconsideração do papel das estruturas de desigualdade para a reprodução dos sistemas sociais. O argumento principal é que as estruturas de desigualdade orientam o modo pelo qual os sistemas sociais selecionam os indivíduos para suas operações. Ao mesmo tempo, é feita uma defesa da tese luhmanniana sobre o primado da diferenciação funcional, pois, enquanto as estruturas de desigualdade podem variar, assumindo formas contingentes, cuja transformação não representa a transformação da sociedade, a diferenciação funcional, ao contrário, representa a própria identidade da sociedade, permanecendo como uma dimensão invariável e necessária nos horizontes de sentido da modernidade.

  19. Salud autorreferida: influencia de la pobreza y la desigualdad del área de residencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Caicedo

    2015-03-01

    Conclusiones: En Bogotá existen diferencias geográficas en la percepción de la salud, y mayores porcentajes de pobreza y desigualdad de ingreso se mostraron asociados a un mayor riesgo de mala salud. Destacan grandes inequidades de salud entre individuos y entre localidades.

  20. La desigualdad en Educación en México por Entidad Federativa 1995 - 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesús Salgado Vega

    2012-01-01

    Full Text Available En este artículo se utiliza el coeficiente de Gini para medir la desigualdad en la educación que tienen actualmente los ciudadanos mexicanos en las diferentes entidades del país, la hipótesis principal es que la desigualdad en educación medida a través del índice de Gini está negativamente asociada con el promedio de años de escolaridad, esto es, que los Estados que han logrado un alto nivel de educación es más probable que logren una mejor igualdad educativa que aquellos que tienen niveles bajos de educación. Según Kutznets, si el nivel de escolaridad se incrementa, la desigualdad en educación primero se incrementa, después llega a un máximo y posteriormente declina. Encontramos que cuando el promedio de los años de estudio en una Entidad Federativa es bajo, típicamente una pequeña parte de la población tiene todos los años de escolaridad concluidos, y además hay una gran desigualdad educativa entre las entidades o regiones del país.

  1. Envejecimiento poblacional y desigualdades sociales en la mortalidad del adulto mayor en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Carlos Rivillas

    2017-09-01

    Full Text Available Objetivo: analizar la magnitud del envejecimiento poblacional y las desigualdades sociales presentes en la mortalidad del adulto mayor en Colombia. Metodología: estudio ecológico usando datos sub-nacionales de mortalidad, pobreza, barreras de acceso a los servicios de salud y analfabetismo, y de la población adulta mayor para analizar brechas. Se calcularon y compararon tendencias de tres indicadores de impacto: la esperanza de vida (2005-2020, los Índices de envejecimiento y sobre-envejecimiento (2005-2012. Se estimaron tres medidas para resumir la desigualdad absoluta y relativa: el Índice de Desigualdad de la Pendiente (IDP, el Índice Relativo de Desigualdad (IRD de Kunst y Mackenbach, y el Índice de Concentración (IC. Resultados: la proporción de personas mayores será cada vez mayor en Colombia. Las barreras de acceso a los servicios de salud fue la dimensión más inequitativa. Dos patrones de desigualdad fueron identificados: una exclusión marginal en el 60% de los adultos mayores con más ventajas y oportunidades, y un patrón de gradiente lineal presente solo en la incidencia de pobreza. El quintil 3 fue el grupo de departamentos más afectado por la inequidad a lo largo de las dimensiones evaluadas. Discusión: este estudio aporta evidencia sobre patrones de desigualdad en la mortalidad del adulto mayor. A nivel de tendencias, solo fue posible conocer que la brecha ha empeorado en incidencia de pobreza. Conclusiones: las recomendaciones se centran en cinco áreas de acción, para lograr un contexto deseable para el abordaje del envejecimiento poblacional y la reducción de las desigualdades, como desafíos del sistema de salud y de protección social, y que pueden socavar la realización progresiva de la cobertura universal en salud y el logro de los objetivos de desarrollo sostenible para 2030.

  2. Famílias Negras, Desigualdades, Saúde e Saneamento Básico no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Beatriz dos SANTOS

    2013-09-01

    Full Text Available O presente artigo busca discutir a relação entre os efeitos das desigualdades – raciais/étnicas, de gênero e socioeconômicas – sobre as condições de vida e saúde das famílias negras, e, por conseguinte, a relação destas circunstâncias com o acesso ao saneamento básico - considerado um direito sanitário – deste segmento populacional no Brasil. Na primeira parte do artigo, abordamos a questão da desigualdade racial/étnica e sua intersecção com as desigualdades de gênero, e socioeconômicas, como um aspecto limitador do acesso a melhores condições de vida e saúde e aos bens e serviços que garantem estes direitos. E na segunda parte tentamos demonstrar a relação entre o acesso precário à infraestrutura de saneamento básico adequada (ou a inexistência deste provimento e as condições de desigualdades enfrentadas pelas famílias negras, e que trazem como resultados agravos para a saúde das famílias negras pobres, comprometendo sua qualidade de vida. E por fim, concluímos trazendo uma reflexão acerca do SUS – Sistema Único de Saúde frente as questões apresentadas acerca das condições de desigualdades vivenciadas pelas famílias negras pobres no país.

  3. Políticas públicas regionais: uma análise da regulação de direitos sociais no Mercosul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarissa Franzoi Dri

    2010-12-01

    Full Text Available Em geral, as instituições de um processo de integração regional são mais conhecidas e estudadas do que as políticas geradas por ele. No entanto, são essas últimas que configuram a dinâmica da integração, conferindo concretude aos projetos. Mas, pode-se falar em políticas públicas regionais no seio do Mercosul? Existem esforços no sentido de regulação comum em certas áreas, e como eles acontecem? Na tentativa de averiguar tais questionamentos, o artigo apresenta um balanço de dois tipos de políticas regionais: uma relacionada a questões econômicas e sociais, que fogem aos objetivos explícitos do Mercosul, e outra diretamente vinculada ao mercado comum. Assim, na primeira parte, o artigo trata do combate ao trabalho infantil e ao trabalho escravo no Mercosul e no Brasil. Na segunda parte, discutem-se as medidas adotadas pelo bloco relativo à liberdade de circulação de pessoas, mais especificamente aos direitos trabalhistas e de seguridade social, além das políticas de geração de emprego. Como conclusão, apresenta-se uma análise da pertinência dessas áreas na implementação do mercado comum buscado pelo bloco. O trabalho baseia-se em fontes bibliográficas e documentais, traz uma revisão da literatura nos temas abordados e busca mapear e analisar as normas, declarações e resultados de reuniões no âmbito regional. Palavras-chave: Políticas públicas. Integração regional. Direitos trabalhistas e sociais. Mercosul.

  4. Intervenção governamental, crescimento e bem-estar: efeitos da política de Equalização das Taxas de Juros do crédito rural nas regiões brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Freire Cardoso

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo geral do trabalho é avaliar os impactos dos gastos governamentais com a política de Equalização das Taxas de Juros (ETJ no crescimento econômico e bem-estar das cinco macrorregiões brasileiras. As simulações foram realizadas através do Projeto de Análise de Equilíbrio Geral da Economia Brasileira (PAEG. Verifica-se que a política de ETJ proporciona crescimento econômico nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sul superior a seu custo. Por outro lado, nas regiões Norte e Sudeste, observa-se queda no PIB mediante os gastos com a ETJ. Para o Brasil, a política é custo-efetiva e apresenta retorno de 34%. Além disso, todas as regiões são beneficiadas em termos de bem-estar. Conclui-se que a política de ETJ é eficiente e contribui para a redução das disparidades regionais.

  5. Desigualdad y nutrición: Encuesta de la Situación Nutricional en Colombia, 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar Fernando Herrán

    2015-12-01

    Full Text Available Resumen Objetivos: calcular índices de desigualdad con base en siete variables relacionadas con la pobreza monetaria, que son consideradas de interés para la nutrición pública en Colombia. Métodos: estudio ecológico con base en datos de pobreza monetaria-2011 y los obtenidos en la encuesta ENSIN-2010 utilizados para calcular índices de desigualdad basados. Los grupos de análisis son menores entre 5 y 17 años y mujeres postparto durante las primeras 48 horas. Resultados: la pobreza monetaria fue de 41,5% (IC 95%; 35,7 a 47,4. El 82,4% de la anemia y el 68,2% del déficit de B12 se evitarían si no hubiese pobreza. En todas las variables estudiadas es evidente la desigualdad, excepto en el exceso de televisión, Gini para el déficit de peso 0,20, para la anemia, 0,38. La pobreza explica el 78% de la inseguridad alimentaria del hogar. Conclusiones: las desigualdades en nutrición pueden considerarse como dinámicas y complementan las desigualdades estructurales. Se evidencio que existe desigualdad en todas las variables estudiadas, excepto en el exceso de ver televisión o jugar videojuegos. La política pública para las mujeres pobres, acentúa la desigualdad por género. La distribución de la malnutrición no es homogénea en Colombia y ello evidencia la existencia de desigualdades injustas que afectan a los más vulnerables.

  6. Impacto da regulamentação SPS e TBT nas exportações brasileiras de uva no período de 1995 a 2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greigiano José Alves

    2014-03-01

    Full Text Available A cadeia produtiva da uva tem importância ímpar quanto à geração de renda e de emprego para diversas economias regionais. Todavia, nos últimos anos, o comércio internacional deste setor, assim como de todo o setor frutícola, tem enfrentado a imposição de diversas medidas não tarifárias, entre as quais, as sanitárias, fitossanitárias e técnicas. Assim, neste trabalho, são analisados os efeitos das normas sanitárias, fitossanitárias e técnicas impostas pelos países importadores de uva brasileira, no período de 1995 a 2009. Para este fim, foram feitas uma análise de inventário e uma abordagem econométrica, em que se fez uso do modelo gravitacional, com o objetivo de verificar o impacto de tais medidas na exportação de uva brasileira. Pelos resultados encontrados na análise de inventário, foi possível constatar relação positiva entre a evolução do número de notificações e a evolução das importações. Já pelo modelo econométrico, descartou-se a possibilidade de tais medidas terem afetado negativamente o comércio, tendo sido, no caso das medidas sanitárias e fitossanitárias, encontrada uma relação positiva com as exportações de uvas, ou seja, essas medidas auxiliaram o comércio, e os efeitos das medidas técnicas sobre as exportações foram nulos.

  7. Literatura brasileira : a formação da literatura brasileira

    OpenAIRE

    Ribeiro, Maria Aparecida

    1999-01-01

    Académico - Licenciaturas As fases da literatura brasileira e o correspondente momento político. Os períodos literários e suas principais obras. A preocupação com as marcas nacionais no Romantismo e no Modernismo. O Regionalismo do Modernismo de 30.

  8. Determinantes individuais e contextuais da carie em criancas brasileiras de 12 anos em 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Matias Freire

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência e gravidade de cárie em crianças brasileiras e sua associação com fatores individuais e contextuais. MÉTODOS: Foram utilizados os dados da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SBBrasil 2010, em uma amostra de 7.247 crianças de 12 anos. Os dados foram coletados por meio de exames clínicos e entrevistas. As variáveis dependentes foram as prevalências de cárie (dentes permanentes cariados, perdidos ou obturados [CPOD] ≥ 1 e CPOD ≥ 4. Foram realizadas análises bivariadas (teste de Rao-Scott e multinível (regressão de Poisson. As variáveis individuais foram sociodemográficas, condição periodontal e relato de incômodo ao escovar os dentes. Os fatores contextuais foram a presença de água fluoretada, a porcentagem de domicílios ligados à rede de abastecimento de água e a renda mediana do município. RESULTADOS: A prevalência de CPOD ≥ 1 foi 56,0%. O CPOD médio foi igual a 2,04 (IC95% 1,76;2,31 e 22,2% das crianças tinham CPOD ≥ 4. A experiência de cárie foi significantemente mais elevada em crianças de cor de pele preta, parda e amarela; em famílias com renda mais baixa; em crianças com cálculo dentário ou sangramento gengival; e naquelas que relataram incômodo ao escovar. Viver em cidades sem água fluoretada, com menor cobertura da rede de abastecimento de água e com renda mediana baixa foram fatores contextuais associados à doença. CONCLUSÕES: A prevalência de cárie em crianças brasileiras de 12 anos foi baixa, de acordo com os critérios da Organização Mundial da Saúde. Houve significantes desigualdades geográficas e socioeconômicas nos níveis da doença.

  9. Familias, recursos y producciones: de la igualdad virtual a la desigualdad real

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Villegas Arenas

    1999-10-01

    Full Text Available Existen indicadores dedicados a las desigualdades sociales de uso generalizado -Coeficiente de Variación, Índice de Atkinson, Índice de Gini- que toman en cuenta el hogar como unidad de análisis y presumen que en su interior no hay desigualdad; así, éstos se colocan de lado de modelos teóricos para el análisis económico de la familia que suponen que ésta es un ámbito de igualdad. Un abordaje diferente considera que en la familia se configura un marco de "conflictos cooperativos" en el cual se emprenden procesos y actividades, donde las des- igualdades pueden determinar aspectos como la toma de decisiones y el trabajo doméstico.

  10. Apartheid educativo. Educación, desigualdad e inmovilidad social en Bogotá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mauricio García Villegas

    2011-12-01

    Full Text Available Este artículo expone los resultados de un estudio sobre desigualdad económica y educación media en Bogotá (año 2009. Los resultados del estudio muestran que el nivel socioeconómico de los estudiantes está asociado significativamente al acceso a la educación (asistencia al sector público o privado, así como a la calidad educativa (puestos obtenidos en la Prueba de Estado. Esto demuestra que en Bogotá cada clase social estudia por aparte y que los ricos reciben una educación de mejor calidad que los pobres. Esta situación de segregación social agrava los problemas ya muy delicados del país en materia de inmovilidad social, desigualdad económica e ilegitimidad del sistema político

  11. La desigualdad en el acceso a la educación universitaria argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nino, Ezequiel

    2011-12-01

    Full Text Available El presente trabajo pretende abordar la temática de la (desigualdad en la Argentina tomando como paradigma la situación actual de la educación pública universitaria. En este sentido, el autor analiza la educación pública desde la perspectiva de su pretendida función niveladora de las desigualdades pre-existentes en la sociedad. A lo largo del trabajo, el autor nos revela las particulares características de las altas casas de estudio argentinas que evidencian en suma una situación insatisfactoria respecto de la pretendida igualdad de oportunidades en el ámbito universitario. Finalmente señala la existencia de estudios que demuestran y explican los efectos sociales positivos del acceso de las personas de bajos recursos al nivel universitario, realzando en consecuencia la importancia de la inversión en educación superior.

  12. Movilidad y desigualdad regional en la Unión Europea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Ezcurra

    2003-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo es analizar la movilidad de la distribución de la renta por habitante a escala regional en la Unión Europea durante el período 1977-1996, con el fin de aportar elementos complementarios sobre la naturaleza de la desigualdad interregional. Para ello se utiliza una metodología novedosa basada en el cálculo de una serie de indicadores empleados habitualmente en el estudio dinámico de la distribución interpersonal de la renta. Los resultados obtenidos sugieren que el nivel de movilidad intradistribucional es relativamente bajo. Asimismo, la evidencia empírica aportada muestra la existencia de una tendencia hacia la reducción de la movilidad regional a lo largo del período analizado que ha coincidido en el tiempo con el mantenimiento de la desigualdad interregional en la Unión Europea.

  13. Dinámica migratoria y desigualdades regionales en Argentina (1947-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Velázquez

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMEN Hacia fines del siglo XIX, la Argentina, como país agro-exportador, había conferido a su desarrollo económico un marcado carácter de desigualdad regional. Lejos de revertir esta situación, el proceso de industrialización, privilegió como forma de localización la proximidad de los mercados consumidores. El objetivo de este trabajo es indagar el comportamiento de las desigualdades provinciales y regionales durante las seis últimas décadas, privilegiando el papel de la dinámica migratoria en este proceso. Estas desigualdades no pueden comprenderse como una situación de "desequilibrio transitorio", como podría explicarse desde el marco de la economía neoclásica. Se trata más bien, de situaciones estructurales, que se mantienen en el tiempo, en donde se conserva la superioridad de unas regiones por sobre otras de manera interdependiente. Este proceso se lleva adelante de manera acumulativa en el tiempo, reforzando las desigualdades históricamente preexistentes. ABSTRACT Towards end of the 19th century, Argentina, such as agro-export country, had conferred a distinctly regional inequality to their economic development. Far from reversing this situation, the process of industrialization, he favored as a form of localization the proximity of markets consumers. The objective of this study is to investigate the behavior of provincial and regional inequalities over the past six decades, giving priority to the role of migration dynamics in this process. These inequalities cannot understand it as a situation of "transitional imbalance", as it could be explained within the framework of neoclassical economics. It is rather, structural situations, which are kept at the time, where the superiority of some regions is kept above other interdependent way. This process is carried forward cumulatively over time, reinforcing historically pre-existing inequalities.

  14. Colombia: El Contexto de la Desigualdad y la Pobreza Rural en los Noventa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gómez Jiménez Alcides

    2003-08-01

    Full Text Available

    Gómez, Alcides. "Colombia: El Contexto de la Desigualdad y la Pobreza Rural en los Noventa", Cuadernos de Economía, V. XXII, n. 38, Bogotá, 2003, páginas 199-238.

    Este articulo analiza: iLos nefastos efectos sociales derivados del modelo de apertura a la economía internacional y su contradicción con la primacía de la política social consagrada en la constitución de 1991; iiUna aproximación a la relación entre política macroeconómica, desigualdad y pobreza; iii El acelerado aumento de la pobreza y la desigualdad y la brecha creciente urbano rural; ivEl Proceso de acaparamiento de tierras sin precedentes, con fines especulativos. La conformación de un moviemiento social y político fuera de la tutela de los partidos históricos, la visión estratégica de las elites dominantes, así como la visión del modelo de acumulación de capital que estas tengan, son las variables estratégicas que podrian determinar el rumbo del futuro, bien de reforma agraría, de reforma rural o de mantenimeinto temporal del actual status quo.

  15. Desigualdad, desarrollo humano y la consolidación urbano-regional en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Suárez

    2012-09-01

    Full Text Available En este artículo se explora la asociación espacial entre el desarrollo humano, la consolidación urbana y la desigualdad en la distribución del ingreso en México. Dicha asociación se mide tanto de manera no paramétrica (λ como mediante un modelo de regresión geográficamente ponderada. Los resultados comprueban una mayor correlación entre la urbanización y la generación de condiciones de menor desigualdad que entre esta última y el desarrollo humano. Asimismo, muestran una influencia significativa del factor espacial (la distribución regional de la urbanización y el desarrollo humano sobre los niveles de desigualdad municipal.The article explores the spatial association between the Human Development Index, the Gini coefficient and the level of urbanization in Mexico. We determine the association between the three indexes with a non-parametric measure (λ as well as with a geographically weighted regression model. We find a negative association between urbanization and inequality, but mostly, our analysis suggests a strong importance of space (the regional distribution of the urban condition in the local measures of inequality.

  16. Desigualdad de género y cambios sociodemográficos en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Elena Aguiar Barrera

    2017-01-01

    Full Text Available A partir de diferentes estadísticas, en este trabajo se analizan tres procesos relacionados con la desigualdad de género en México: transición demográfica, desarrollo humano y participación femenina en el mercado laboral. Se destaca, entre los cambios, el que los hogares tienen menos integrantes, y ello ha disminuido las cargas de la maternidad y del hogar para la mujer. Pero los cambios positivos han sido contrarrestados por situaciones como el embarazo adolescente, el incremento de hogares monoparentales de jefatura femenina y la prevalencia de la poca participación masculina en actividades domésticas. México mejoró en el Índice Desigualdad de Género por el aumento de la presencia femenina en el congreso. Los ingresos representan la mayor desigualdad: en 2013 los hombres tienen un ingreso superior al de las mujeres en 119.0%; y si la comparación se limita a la población en el mercado laboral, en 2015 los hombres tienen un ingreso superior en 22.8%. No obstante un incremento en el número de mujeres empleadoras, éste sigue representando una de las mayores brechas de género.

  17. Desigualdades educacionais no espaço urbano: 1 o caso de Teresina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MAURICIO ÉRNICA

    2013-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de una investigación realizada en Teresina/ PI. El objetivo de dicha investigación era aprehender los mecanismos productores de desigualdades educacionales en esa municipalidad. Se identificaron cuatro mecanismos: a la separación entre las redes privada y pública de enseñanza; b las diferencias en la oferta educacional de las redes públicas estatal y municipal; c las diferencias en los dos segmentos de la Enseñanza Fundamental; d el efecto de las desigualdades socioespaciales sobre las oportunidades educacionales. Se concluye que la diferenciación de las redes de enseñanza, articulada con un sistema de matrículas que induce a los padres a disputar plazas en escuelas de más prestigio, crea un casi-mercado educacional mediante el cual se producen desigualdades escolares. Se concluye también que la competencia entre las redes crea mecanismos de interdependencia y de mutua reproducción.

  18. Valores pessoais e percepção de atributos em marcas regionais de café na cidade de Lavras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Flávia Palazzo da Costa Macedo

    2011-04-01

    Full Text Available Regional food brands generate competitive differential because consumer links some desired attributes with a positive image of product's geographical origin. Such image influences the buying decision process, facing their perceptions about brand attributes and desired benefits in consuming products from these brands. On this view, this paper evidences the cognitive structure of consumers of roasted and milled coffee from Lavras' region, Minas Gerais State. Based upon in depth interviews, utilizing the laddering qualitative technique, it was made a hierarchic value map, that shows a connection of the regional brands to the attributes: ‘sensorial characteristics' , ‘from the region', ‘known brand', ‘lower price' and ‘pureness food'. From these attributes, the consumers believe in the possibility to reach personal values as: ‘self achievement', ‘personal and collective wellbeing', ‘happiness', ‘nostalgia', ‘life quality' and ‘longevity'. Normal 0 false false false EN-US X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Table Normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;} Marcas regionais de alimentos proporcionam diferencial competitivo porque seus consumidores relacionam determinados atributos desejados com a imagem positiva da origem geográfica do produto. Tal imagem influencia o processo de decisão de compra, diante de

  19. O TETO DE VIDRO DAS EXECUTIVAS BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Simão Lima

    2014-04-01

    Full Text Available Apesar da ampliação da equidade entre os gêneros, a desigualdade ainda é real, inclusive nas organizações. Este trabalho objetiva analisar as barreiras que compõem o teto de vidro na carreira das mulheres executivas no Brasil, segundo as categorias de análise: esforço investido no trabalho; disposição para assumir riscos; empatia e agressividade para negociar; racionalidade em relação aos gêneros; expressão de sentimentos; vida pessoal versus vida profissional. A sustentação teórica apoia-se na discussão sobre a atuação da mulher no mercado de trabalho, sob a perspectiva dos principais desafios para a progressão da mulher em cargos executivos. Na pesquisa qualitativa foram entrevistados 40 executivos de nível estratégico de grandes empresas, homens e mulheres. Os resultados indicam que a mulher ainda sofre com uma inserção subalterna, preconceito e discriminação. Elas enfrentam um conjunto de barreiras que formam o chamado “teto de vidro”, que ainda limita a ascensão delas aos cargos mais altos.

  20. O negro e a universidade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delcele Mascarenhas Queiroz

    2008-12-01

    Full Text Available En la investigación sobre la participación de los segmentos raciales en la universidad brasileña, realizada en distintas regiones de Brasil, se busca reflejar sobre las razones de la persistencia de desiguladades entre negros y blancos en la sociedad brasileña, mismo después de más de un siglo del fin de la esclavitud. La investigación envolvió universidades públicas en estados con variados porcentajes de negros en su población. La conclusión que se hace es que la desigualdad entre blancos y negros resulta de un modo racista de actuar que incluye la discriminación hacia el negro como un mecanismo de diferenciación en la sociedad.__________________ABSTRACT:Through the research on the racial segments participation in the Brazilian university, done in different regions of Brazil, the article intends to show the reasons of the persisting inequality between black people and white people in the Brazilian society, even after more than a century since the slavery abolition. The research involved public universities in states with diverse percentages of black people within the population. The conclusion is that inequality between black people and white people is a consequence of a racist way of acting that includes the discrimination towards black people as a mechanism of differentiation in the society.

  1. Análise da positividade da esquistossomose mansoni em Regionais de Saúde endêmicas em Pernambuco, 2005 a 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Virgínia Matos Sá Barreto

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a tendência da positividade da esquistossomose em exames coproscópicos na população de área endêmica do estado de Pernambuco, Brasil, de 2005 a 2010. MÉTODOS: estudo ecológico de serie temporal, com dados secundários do Sistema de Informação do Programa de Controle da Esquistossomose, analisados por Regional de Saúde; foram avaliadas as tendências por regressão linear, considerando-se p<0,05 significativo. RESULTADOS: Pernambuco apresentou média de 9,2% de positividade; a Regional de Saúde III (Palmares apresentou maior média de positividade (13,8%, seguida das regionais II (Limoeiro: 9,9% e I (Recife: 7,8%; a Regional V (Garanhuns apresentou melhor média de tratamento (95,6%, seguida da III (86,6%; Pernambuco apresentou tendência decrescente na positividade para esquistossomose (p=0,005. CONCLUSÃO: em geral, há uma tendência decrescente da positividade de esquistossomose em Pernambuco, apesar da queda no número de exames; é importante manter e intensificar as intervenções de controle, com prioridades estratégicas focalizadas em localidades com elevadas prevalências.

  2. Estado Novo no Brasil: Um Estudo da Dinâmica das Elites Políticas Regionais em Contexto Autoritário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Codato

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo reconstrói a lógica de reconstituição da classe política estadual durante o Estado Novo no Brasil. Expomos os mecanismos de formação de apoios por parte da elite nacional, os princípios que guiaram as relações entre a elite regional e a cúpula dos Executivos estadual e federal e, especificamente, o modo pelo qual o presidente da República exerceu suas prerrogativas autoritárias diante das classes dirigentes regionais. É privilegiado o caso de São Paulo, mas as situações políticas de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná são também comentadas. Foram propostas duas noções para explicar esse processo: "geometria variável" e "personalismo institucionalizado". Como conclusão, contesta-se a ideia segundo a qual a política seletiva de conservação/renovação das classes dirigentes estaduais deva ser descrita como cooptação de elites. O mais apropriado seria a noção de transformismo político, que implica na fabricação de uma nova classe dirigente através da destituição seletiva do grupo inimigo por uma elite mais poderosa.

  3. As concepções educacionais de Erasmo Pilotto sobre a formação de professores nos cursos normais regionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rossano Silva

    2016-09-01

    Full Text Available No presente trabalho, o objetivo é analisar as concepções pedagógicas do intelectual e educador paranaense Erasmo Pilotto, as quais orientaram o desenvolvimento dos Cursos Normais Regionais (1949-1951, instituídos durante sua atuação como Secretário da Educação. Nesses cursos, o educador vislumbrou a possibilidade de enfatizar a arte e a cultura na formação do professor, em duas frentes: a dos professores envolvidos nas atividades cotidianas e a das lideranças educacionais responsáveis pelo planejamento da ação dos primeiros. Assim, com base nas contribuições de Bourdieu sobre trajetória e campo, buscou-se, por meio da análise das fontes, identificar as mudanças e as permanências do pensamento educacional de Pilotto durante seu deslocamento entre o magistério e a gestão pública.

  4. Sistema regional de inovação: estudo das regiões brasileiras Regional innovation system: a study of brazilian regions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana F. Rossi Casali

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho analisou o processo de formação regional do Brasil, os desequilíbrios existentes entre as regiões e as perspectivas futuras. Teve como proposta básica analisar o possível processo de convergência de renda das regiões brasileiras, utilizando o conceito de gap tecnológico. Segundo esse conceito, os desequilíbrios regionais são o resultado de diferentes taxas de desenvolvimento econômico, que, por sua vez, resultam de diferentes níveis de desenvolvimento tecnológico, os quais, por fim, são consequências de condições históricas, sociais e culturais específicas de cada região. Dessa forma, pressupôs-se a existência de relação positiva entre nível de desenvolvimento tecnológico, dependência tecnológica, dependência econômica, nível de desenvolvimento econômico e convergência de renda. Os resultados mostram que, em relação à possibilidade de as regiões e os estados menos desenvolvidos realizarem o catching up com aqueles mais desenvolvidos, as variáveis que representam tanto a geração quanto a apropriação de novas tecnologias são significativas e diretamente relacionadas com o produto. Dessa forma, pode-se afirmar que o catching up seria possível caso houvesse um maior investimento no processo de desenvolvimento e apropriação de novas tecnologias por parte dos governos regionais.This research developed an analysis on the regional imbalances at the Brazilian economy, the historic formation of the regions and perspectives. As a result of the distinctive courses followed by each region, an economical concentration process occurs in the Southeast. In this sense, this study intended to analyze the possible process of the Brazilian regional formation, using the concept of technological gap. The result show that, in relation to the possibilities of the regions and states that are less developed to accomplish the catching up with those that are more developed, the variables that represent generation

  5. A DESIGUALDADE NO ACESSO A TERRA SOB A ÓTICA DO PRINCÍPIO DA IGUALDADE DE RONALD DWORKIN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Altieri Santos de Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available Analisa o histórico do acesso à terra no Brasil, seus reflexos no direito a igualdade e de que forma a teoria de Dworkin pode ser usada para diminuir a desigualdade. Justifica-se a pesquisa pela importância do entendimento de possíveis soluções acerca da diminuição da desigualdade fundiária no Brasil. Utiliza o método interpretativo histórico, e as técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Analisa a teoria de Dworkin acerca o princípio da igualdade e do direito como integridade. Conclui que a mudança na interpretação do direito de propriedade no Direito pode ser uma solução para diminuir as desigualdades no acesso à terra.

  6. Desigualdad de género en la política mexicana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Eugenia Flores Treviño

    2016-12-01

    Full Text Available La desigualdad social en México tiene distintas dimensiones. En la última reunión del Foro de Davos, se informó que México ocupa el lugar 111 de entre 138 países en cuanto a la participación de la mujer en política. No se trata del único tipo de desigualdad (THERBORN, 2015 que padecen las mujeres en México, pero sí, probablemente, una de las más perversas, dado que las leyes establecen el principio de igualdad de género para los cargos de elección, pero en las últimas elecciones (2015 para legisladores del orden nacional o federal los datos muestran que todavía falta mucho para alcanzar el 50% de los puestos. Este hecho señala la exclusión que permea en este ámbito social. Una de las causas de esa desigualdad puede situarse en el orden del discurso (FOUCAULT, 1970, donde se racionalizan y justifican las diferencias entre las normas jurídicas y los resultados en la determinación de la desigual distribución de los cargos legislativos y ejecutivos. En este trabajo, desde una perspectiva transdisciplinaria: comunicativo-pragmática y discursivoideológica, analizamos tres casos de discriminación sexista, divulgados en la prensa, contra candidatas en el periodo previo al proceso electoral (junio de 2015 en un estado del noreste mexicano: Nuevo León.

  7. Gobernabilidad democrática, violencia y desigualdad en América Latina

    OpenAIRE

    Ludolfo PARAMIO

    2009-01-01

    RESUMEN: Después de contrastar las tesis sobre acción colectiva y movimientos sociales defendidas por varias corrientes teóricas, el autor adopta la perspectiva de la acción racional y se basa en los casos de Sendero Luminios y del EZLN, para estudiar las condiciones y factores que intervienen en la emergencia de violencia colectiva en situaciones de desigualdad e injusticia. El análisis sostiene que la amenaza a la gobernabilidad por parte de la acción insurreccional es relativamente excepci...

  8. Las desigualdades regionales del desarrollo sustentable en México, 2000-2005

    OpenAIRE

    Andrés E. Miguel; Julio C. Torres; Pedro Maldonado; Juan Carlos Robles

    2011-01-01

    Analizar el comportamiento del desarrollo sustentable de las regiones de México del año 2000 al 2005 es el propósito del presente artículo; pues se considera que éste entrelaza el crecimiento, la equidad social y la conservación ecológica. Conforme al análisis se concluye que el desarrollo regional sustentable del país se está deteriorando con desigualdades y desequilibrios crecientes entre su economía, bienestar y medio ambiente. Para cuantificar el deterioro se utilizó, como indicador, el í...

  9. Nanotecnología : ¿beneficios para todos o mayor desigualdad?

    OpenAIRE

    Foladori, Guillermo; Invernizzi, Noelia

    2005-01-01

    Foladori, G., Invernizzi, N. (2005). Nanotecnología: ¿beneficios para todos o mayor desigualdad? Redes, 11(21), 55-75. La nanotecnología promete ser la próxima revolución tecnológica. El mercado de nanopartículas es reducido actualmente, pero se espera que en la próxima década se incremente considerablemente. Aunque es frecuentemente presentada como una tecnología limpia y ampliamente benéfica, la nanotecnología ya está generando considerable debate. Rápidamente han emergido controversias ...

  10. El trabajo en la pepena informal en México: nuevas realidades, nuevas desigualdades

    OpenAIRE

    José Juan Cervantes Niño; Lylia Palacios Hernández

    2012-01-01

    Generalmente se afirma que las actividades de la pepena informal son algunas de las peores formas de empleo en México. Sin embargo, con base en la información de un estudio nacional y mediante una metodología de evaluación rápida, en este texto se destaca que muchas de las características típicas de dichas actividades han mutado y que en la actualidad se pueden encontrar nuevas realidades de esas ocupaciones, las cuales conllevan diferentes desigualdades, pero pueden inducir a una mejor formu...

  11. Diferencial salarial público-privado e desigualdade de renda per capita no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro H. G. F. Souza

    2013-03-01

    Full Text Available O estudo estima a contribuição específica do diferencial salarial entre trabalhadores com características semelhantes dos setores público e privado para a desigualdade na renda domiciliar per capita no Brasil. A estimação baseia-se em simulações contrafactuais e o cálculo das contribuições para a desigualdade em uma decomposição de fatores do coeficiente de Gini. Os dados são provenientes da PNAD 2009. O diferencial equivale a cerca de 17% da massa salarial dos servidores públicos, é regressivo e altamente concentrado, mas tem volume pequeno na renda total (1% e, por isso, contribui para cerca de 3% da desigualdade total. Os efeitos sobre a desigualdade da composição da força de trabalho nos setores são muito maiores que efeitos da segmentação do mercado de trabalho entre os dois setores. Essas conclusões são pouco sensíveis a modificações de definições de setor e diferentes técnicas de estimação.We estimate the contribution of the wage differential between workers with the same attributes in the public and private sectors to the household per capita income inequality in Brazil. The estimate is based on counterfactual simulations and the contribution to inequality on a factor decomposition of the Gini coefficient. Data comes from the Brazilian National Household Survey PNAD 2009. The differential corresponds approximately to 17% of the wage bill of workers in the public sector, is regressive and highly concentrated. However, because it amounts to a small share of the total income (1% its contribution to the total inequality is of 3%. The sector composition effects on inequality are times higher than the segmentation (price effects. These conclusions are robust to changes in the definition of the sectors and to different estimation techniques.

  12. Desigualdades laborales de género, disponibilidad temporal y normatividad social [SPA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOS PRIETO

    2013-01-01

    Full Text Available La fi nalidad de este artículo es analizar las desigualdades entre hombres y mujeres en el mercado de trabajo español desde una particular perspectiva de género. Partimos de la tesis de que solo es posible entender y explicar estas desigualdades si se las analiza teniendo en cuenta su articulación con las que se dan en el espacio de las relaciones domésticas de género. Consideramos que en la actualidad son el resultado del encuentro entre la dinámica de las empresas del "nuevo capitalismo", caracterizada por exigir a los trabajadores asalariados una "disponibilidad máxima", y las relaciones asimétricas de género que permean la totalidad del orden social y se muestran particularmente activas en el ámbito doméstico-familiar. Metodológicamente esta articulación se argumenta recurriendo a la dimensión de la temporalidad, en base al análisis de los resultados de la Encuesta de Empleo del Tiempo realizada por el INE en 2009-2010.

  13. Desigualdad y crecimiento en México: un análisis por entidad federativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesús SALGADO-VEGA

    2012-01-01

    Full Text Available Utilizamos un modelo de generaciones superpuestas desarrollado por Castelló-Climent y Doménech (2008 que consideran la dinámica del capital humano en dos generaciones 1982 y 2007 para las entidades federativas de la República Mexicana. Encontramos varios estados estacionarios que dependen de las condiciones iniciales de la distribución de la educación. El estado estacionario más bajo es una trampa de pobreza en la cual los niños de familias pobres tienen esperanza de vida baja y laboran como trabajadores no calificados, tal es el caso del estado de Chiapas. La evidencia empírica sugiere que el mecanismo de la esperanza de vida explica una mayor parte de las relaciones entre la desigualdad y la acumulación del capital humano. El análisis desarrollado explica porqué la desigualdad en la distribución de la renta percápita puede ser dañina para la acumulación del capital humano. Hacemos una simulación de las generaciones para las entidades federativas de México para calcular los años que tardarán en conseguir un alto nivel de educación o para alcanzar un mejor nivel educativo.

  14. Universo canavieiro e reprodução das desigualdades sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Severina Garcia de Araújo

    2012-03-01

    Full Text Available

    O artigo apresenta um estudo no âmbito da nova expansão da agro-indústria canavieira ante a política oficial de incentivo à matriz energética renovável, no contexto da mundialização do capital, sob direção do capital financeiro, que participa do capital produtivo e, juntos, avançam nos negócios
    da agricultura e no mercado de terras, agravando o processo de exploração/expropriação da força de trabalho e as desigualdades. O estudo expõe a crescente presença de grupos internacionais que, face ao grande número de traba-lhadores desempregados, recorrem à superexploração de sua força de trabalho, tida como escravidão moderna em termos jurídicos. Por meio do estudo, foi possível concluir que se trata de um dos mecanismos de acumulação por espoliação, próprio da dinâmica capitalista, de modo que o novo cenário revela o paradoxo entre expansão e lucratividade de um lado, pobreza e desigualdades do outro.

  15. Desigualdad y pobreza: deterioro de las condiciones de vida en España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Bellod Redondo

    2013-05-01

    Full Text Available en este artículo analizamos el impacto de la crisis económica iniciada con la implosión de la “burbuja inmobiliaria” en 2007 sobre la calidad de vida en España. Concretamente nos interesa conocer la evolución del grado de desigualdad y pobreza, indicadores básicos para conocer el nivel de desarrollo de un país. Tanto el Índice de Gini como la ratio S80/S20 muestran una creciente desigualdad en los ingresos de los hogares. Actualmente hay en España 12.371.000 personas en situación de pobreza y riesgo de exclusión social, el 27% de la población. Entre la población más joven, la tasa de pobreza supera el 34%. Sólo 49 de cada 100 parados cobra algún tipo de prestación y hay 1.906.100 los hogares en los que todos sus miembros están en paro.

  16. Adesao ao guia alimentar para populacao brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly Junior

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO : Analisar a adesão ao Guia Alimentar para População Brasileira. MÉTODOS : Amostra composta por participantes do Inquérito de Saúde de São Paulo (n = 1.661 que preencheram dois recordatórios de 24 horas. Foi utilizado modelo bivariado de efeito misto para a razão entre o consumo de energia do grupo de alimentos e o consumo calórico total. A razão estimada foi utilizada para calcular o percentual de indivíduos com consumo abaixo ou acima da recomendação. RESULTADOS : Pelo menos 80,0% da população consome abaixo do recomendado para: leite e derivados; frutas e sucos de frutas; e cereais, tubérculos e raízes; aproximadamente 60,0% para legumes e verduras; 30,0% para feijões; e 8,0% para carnes e ovos. Adolescentes apresentaram a maior inadequação para legumes e verduras (90,0%, e o estrato de maior renda foi associado à menor inadequação para óleos, gorduras e sementes oleaginosas (57,0%. CONCLUSÕES : Foi observado consumo inadequado dos grupos de alimentos relacionados com aumento do risco de doenças crônicas.

  17. Comprendiendo la Desigualdad en Educación Superior de Guanajuato en 1997 Comprendiendo la Desigualdad en Educación Superior de Guanajuato en 1997

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Humberto Rodríguez Partida

    2012-02-01

    Full Text Available Social inequalities regarding access, permanence, and success in educational processes have their origin in personal, family, social, and economic factors. The profile of students seeking entry into institutions of higher education was studied in order to identify which personal factors, such as gender, educational path, socioeconomic background and locality, have an influence on access to higher education programs at the Universidad de Guanajuato in the academic year 1997-1998. Results show several differences: Family income is higher for accepted applicants than for non-accepted ones; more male than female applicants were accepted; more residents from the industrial corridor were accepted than from other localities; and there was more intergenerational social mobility of children in reference to mothers than fathers. Uncovering the origin of educational inequities and knowing the relations between socioeconomic features of prospective students will permit the understanding, prevention, and management of educational inequalities in our society. Las desigualdades relacionadas con el acceso, la permanencia y el éxito en la educación se originan por factores personales, familiares, sociales y económicos. Se estudió el perfil de aspirantes a educación superior, con objeto de identificar qué factores influyen para ingresar o no a este nivel; se analizaron aspectos como género, trayectoria educativa, nivel socioeconómico y localidad de origen. Participaron 3,098 aspirantes a 24 programas académicos de la Universidad de Guanajuato del ciclo escolar 1997-1998. Los resultados muestran que: El ingreso familiar es superior para los aspirantes aceptados que para los no aceptados; fueron aceptados más varones que mujeres; se aceptaron más residentes del corredor industrial que de otras localidades; hubo más movilidad social intergeneracional con respecto a las madres que a los padres. Entender el origen de las inequidades educativas y conocer la

  18. El estudio de las desigualdades sociales en la salud infantil y adolescente en España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laia Font-Ribera

    2014-07-01

    Conclusión: Se ha detectado una gran diversidad en la medición de los determinantes sociales y una falta de estudios especialmente en edades preescolares y con diseños longitudinales. Se confirman las desigualdades sociales en algunos aspectos de salud.

  19. O legado grego na terminologia gramatical brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena de Moura Neves

    2011-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo pesquisar a existência de um legado grego terminológico na organização gramatical brasileira, considerando que a gramática incipiente grega é a fonte da nossa gramática, por via da gramática latina, e que o recorte de campo que ela preparou é um ponto de referência para o estudo da evolução do pensamento ocidental sobre a linguagem. A orientação teórico-metodológica se assenta na Linguística Histórica, na linha que orientou a ampla pesquisa sobre a emergência da gramática no Ocidente que constitui a fonte das informações que aqui se organizam (NEVES, 2005. As reflexões dirigem-se especialmente para o exame da nomenclatura, entendendo que ela mapeia conceptualmente o conjunto das posições assumidas, e em geral mantidas, que merecem apreciação. Entre outras coisas o exame opôs: termos gregos legados na corrente contínua do pensamento gramatical a termos gregos introduzidos posteriormente; termos transliterados do grego a termos decalcados da tradução latina. Além disso, verificaram-se casos de alteração de nome com manutenção de conceito, e casos de alteração de conceito para um nome conservado. De todo modo, o exame da nomenclatura revela a indiscutível existência de um legado grego à organização da gramática portuguesa.

  20. Efeitos multiplicadores da economia florestal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valverde Sebastião Renato

    2003-01-01

    Full Text Available Este trabalho trata da importância do setor florestal para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro por meio dos modelos econômicos de equilíbrio geral multissetoriais, através das análises das matrizes de insumo-produto (MIP e de contabilidade social (MCS. As principais fontes dos dados foram as Tabelas de Insumo-Produto (TIP do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, além de informações obtidas no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES, no Banco Central (BACEN e na Secretaria da Receita Federal (SRF, referentes ao ano de 1995. Observou-se que tão importante quanto contribuir para a geração e formação do PIB, de emprego, impostos, salários e balança comercial é o poder que um setor produtivo tem a mais que o outro de multiplicar estes indicadores quando uma unidade monetária é gasta a mais pelos consumidores finais na demanda por produtos deste determinado setor. Os resultados indicaram que o setor florestal é um dos setores da economia brasileira que apresentou os maiores efeitos multiplicadores para os indicadores socioeconômicos, sendo superiores aos de outros como o da indústria automobilística, de equipamentos elétricos e eletrônicos, de máquinas e equipamentos e de produtos químicos e petróleo.

  1. Health impact assessment and inequalities Evaluación del impacto sanitario y las desigualdades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Barnes

    2002-06-01

    Full Text Available La evaluación del impacto sanitario (EIS trata de investigar los efectos de los programas, políticas y proyectos en la salud de la población y cómo se distribuyen dichos efectos en ella. Uno de los principios subyacentes de la EIS es su enfoque hacia la equidad y la justicia social. La EIS se ha aplicado en el Reino Unido a varias iniciativas de regeneración (renovación urbana, entre ellas las denominadas Single Regeneration Budget (SRB, New Deal for Communities (NDC y Healthy Living Centers. Aunque estas iniciativas se centran en las poblaciones desfavorecidas, a veces no se tiene en cuenta el objetivo de reducir las desigualdades en la población destinataria, en oposición a reducir las desigualdades entre dicha población y otros grupos. Este artículo cita ejemplos de las iniciativas SRB y NDC en zonas de Londres, destinadas a mejorar las condiciones económicas proporcionando formación y educación con el fin de crear mejores oportunidades de empleo. Aunque se podría lograr el objetivo de mejorar las condiciones económicas generales de las zonas de intervención, algunos segmentos de la población podrían no beneficiarse tanto como otros, o verse incluso forzados a mudarse a otras zonas desfavorecidas a medida que fueran escaseando los alojamientos de precio asequible, con lo cual el problema tan solo cambiaría de lugar. Estas situaciones alternativas destacan la necesidad de que las EIS tengan un ámbito claramente definido (por ejemplo, el de los residentes actuales, en vez de la zona en sí misma, así como la necesidad de identificar los aspectos relevantes de la distribución equitativa de las repercusiones sanitarias. A medida que se vayan desarrollando más los métodos y procedimientos para llevar a cabo las EIS, este enfoque podría desempeñar un importante papel en la reducción de las desigualdades sanitarias, ayudando a los planificadores a optimizar las repercusiones sanitarias positivas de las políticas públicas.

  2. Desigualdad de género y muerte de niños en Ocotepec, Chiapas

    OpenAIRE

    Cortez Gómez, Renata Gabriela

    2017-01-01

    Resumen: El objetivo de este artículo es analizar cómo la desigualdad de género afecta las trayectorias de atención de niños menores de cinco años que fallecieron por causas prevenibles en el periodo 2005-2010 en Ocotepec, Chiapas. Se emplea un enfoque de género constructivista-relacional para demostrar que la atención médica de los niños está mediada por los acuerdos y desacuerdos entre el padre, la madre y la familia extensa, situación que se torna más problemática cuando las mujeres sufren...

  3. DESIGUALDAD SIMBÓLICA Y COMUNICACIÓN: EL SEXISMO COMO ELEMENTO INTEGRADO EN LA CULTURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Dolores Verdú Delgado

    2016-01-01

    Full Text Available En este artículo tratamos de ofrecer un análisis crítico de las representaciones simbólicas de mujeres y hombres en los medios de comunicación, a partir de la revisión de algunos conceptos fundamentales en el contexto de las Ciencias Sociales. El objetivo es poder entender a qué nos referimos exactamente cuando hablamos de fenómenos como desigualdad/discriminaci ón simbólica, sexismo en los medios de comunicación, o violencia simbólica contra las mujeres. Para ello, recogemos algunos ejemplos de discriminación simbólica en el lenguaje y su uso, así como en las imágenes con las que los medios de comunicación y la publicidad representan las diferencias de género.

  4. Las desigualdades regionales del desarrollo sustentable en México, 2000-2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrés E. Miguel

    2011-01-01

    Full Text Available Analizar el comportamiento del desarrollo sustentable de las regiones de México del año 2000 al 2005 es el propósito del presente artículo; pues se considera que éste entrelaza el crecimiento, la equidad social y la conservación ecológica. Conforme al análisis se concluye que el desarrollo regional sustentable del país se está deteriorando con desigualdades y desequilibrios crecientes entre su economía, bienestar y medio ambiente. Para cuantificar el deterioro se utilizó, como indicador, el índice de desarrollo sustentable del agua.

  5. Desigualdad de género y muerte de niños en Ocotepec, Chiapas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Gabriela Cortez Gómez

    2017-06-01

    Full Text Available El objetivo de este artículo es analizar cómo la desigualdad de género afecta las trayectorias de atención de niños menores de cinco años que fallecieron por causas prevenibles en el periodo 2005-2010 en Ocotepec, Chiapas. Se emplea un enfoque de género constructivista-relacional para demostrar que la atención médica de los niños está mediada por los acuerdos y desacuerdos entre el padre, la madre y la familia extensa, siendo más problemática cuando las mujeres sufren violencia de género.

  6. La Educación para el Desarrollo como respuesta a las desigualdades del siglo XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José J. Barba

    2012-01-01

    Full Text Available En este artículo describimos la sociedad actual como un sistema caracterizado por el cambio permanente en el que se acrecientan cada vez más las diferencias sociales, que se han visto agravadas por la actual situación de crisis económica. Para luchar contra estas desigualdades proponemos trabajar, en los diferentes niveles del sistema educativo, desde la mirada que ofrece la Educación para el Desarrollo y que suscita un conjunto de prácticas que se dirigen a transformar y a promover la toma de conciencia sobre esta realidad. En definitiva, se trata de una propuesta que se asienta en un ideal de justicia social y equidad y que trata de discutir ¿cómo hacer posible un mundo más justo e igualitario?

  7. Aborto, direitos humanos e desigualdade de gênero no Brasil

    OpenAIRE

    Lucena, Rosana Batista de

    2008-01-01

    Este estudo analisa o impacto da criminalização do aborto para os direitos humanos das mulheres, sua relação com a desigualdade de gênero, a morbimortalidade materna e práticas punitivas e discriminatórias de violência institucional, particularmente para as mulheres negras, pobres e excluídas economicamente. Estas práticas de violência institucional no âmbito da saúde pública e do judiciário estão fundamentadas em estereótipos de gênero e de maternidade. A legalização do abo...

  8. El trabajo en la pepena informal en México: nuevas realidades, nuevas desigualdades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Juan Cervantes Niño

    2012-01-01

    Full Text Available Generalmente se afirma que las actividades de la pepena informal son algunas de las peores formas de empleo en México. Sin embargo, con base en la información de un estudio nacional y mediante una metodología de evaluación rápida, en este texto se destaca que muchas de las características típicas de dichas actividades han mutado y que en la actualidad se pueden encontrar nuevas realidades de esas ocupaciones, las cuales conllevan diferentes desigualdades, pero pueden inducir a una mejor formulación de intervenciones de política pública.

  9. Efeitos da globalização na desigualdade salarial entre homens e mulheres

    OpenAIRE

    Brito, Ana Patrícia Mendes de

    2015-01-01

    Mestrado em Economia Internacional e Estudos Europeus A evolução do mercado de trabalho teve consequências bastante positivas sobre as taxas de emprego femininas. No entanto, as mulheres continuam a ser vítimas de inúmeras formas de discriminação, não só a nível dos salários, como no acesso à educação, ao mercado de trabalho e a cargos de chefia, assim como ao nível da partilha de responsabilidades familiares. Este trabalho aborda a desigualdade salarial entre géneros e os efeitos que a gl...

  10. Guia de receitas brasileiras: uma saborosa viagem pela literatura

    OpenAIRE

    Santos, Denísia Moraes dos

    2011-01-01

    Esta dissertação tem por objetivo compreender, sob o ponto de vista da Análise Dialógica do Discurso, o processo de construção dos sentidos em Guia de receitas brasileiras ─ texto premiado na primeira edição do Concurso Cultural Viagem Nestlé pela Literatura (1999). Com o tema A literatura e a vida nos 500 anos de Brasil , essa edição desafiou alunos e professores a produzir um intertexto literário-cultural, utilizando cinco obras da literatura brasileira ─ Cronistas do Descobrim...

  11. Desigualdades mundiales ante el proceso de envejecimiento demográfico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo Alfageme Chao

    2012-03-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo es analizar brevemente el proceso de envejecimiento demográfico desde una perspectiva mundial, prestando especial atención a las desigualdades sociales que lo atraviesan. Trazamos un marco analítico para comprender que tanto las cifras de población por edades como el significado de estas cifras y sus consecuencias sociales dependen siempre  de otros factores. Ilustramos el análisis con datos relativos a distintos países y zonas del mundo. Prestamos también atención a las desigualdades que se producen dentro de las sociedades ricas, en las que el envejecimiento demográfico es más acentuado. Concluimos con algunas consideraciones  sobre  los posibles efectos de las migraciones económicas sobre la estructura poblacional de los países.The aim of this study is to make a brief analysis of the demographic ageing process from a worldwide perspective, paying particular attention to the social inequalities accompanying it. We establish an analytical framework in order to understand that both the population figures by age and the meaning of these figures and their social consequences always depend on other factors. We illustrate the analysis with data concerning different countries and areas of the world. We also pay attention to the inequalities found in rich societies, where demographic ageing is more marked. In conclusion, we make some considerations of the possible effects that economic migration has on the population structure of countries.

  12. Waterpolo: diferencias entre ganadores y perdedores en desigualdad numérica en Barcelona-03

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo García Marín

    2013-06-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio fue conocer las diferencias en la dinámica de la acción de juego en desigualdad numérica en waterpolo según la condición del equipo al finalizar el partido (ganador o perdedor. Se analizaron 1.230 microsituaciones de juego extraídas de los 96 partidos disputados en el Campeonato del Mundo de Waterpolo en Barcelona-03. Se utilizó un diseño sincrónico, nomotético y puntual. La unidad de análisis fue la Desigualdad Numérica Temporal Simple con Posesión. Se siguió un proceso deductivo inductivo para la elaboración del sistema de categorías del cual surgió el instrumento de observación para la cuantificación de los resultados. Se encontraron diferencias estadísticamente significativas (p < ,05 en variables relacionadas con el reglamento (formas de finalización, el espacio (posición de lanzamiento, procedencia del último pase e introducción de la pelota en la portería, la gestualidad (preparación del lanzamiento, tipo de lanzamiento y recepción previa al lanzamiento y la estrategia motriz (sistemas tácticos de juego y recuperación de la posesión tras lanzamiento. Dichas diferencias en las dinámicas de la acción de juego podrían explicar el rendimiento superior de los equipos ganadores de los partidos.

  13. Reflexiones sobre las desigualdades en el contexto de los estudios de paz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario Hernán López Becerra

    2011-06-01

    Full Text Available A manera de un estado parcial e imperfecto de la cuestión, el presente documento recorre teorías y conceptos sobre dos temas centrales: Desigualdades y Paz, identificando distintas conexiones tanto con el campo teórico como con la acción social y política desempeñada por algunas personalidades emblemáticas. En su recorrido, el trabajo centra la mirada sobre la paz imperfecta, entendida como aquellos espacios e instancias en las que se pueden detectar acciones que crean distintas formas de paz, a pesar de que estén en contextos de conflicto y violencia. Si bien en los escenarios académicos se reconoce la existencia de una tradición investigativa acerca de las desigualdades –enlazada en la actualidad con los estudios sobre las problemáticas del desarrollo y con el diseño, formulación y puesta en marcha de políticas públicas-, su relación con las teorías para la paz es un asunto menos explorado: sólo hasta la segunda posguerra se iniciaron los trabajos acerca de la Paz Positivacon los cuales se superaron las visiones tradicionales de la paz como cesación de la violencia directa.Alrededor de la Paz Positiva giran los estudios que tienen como puntos de partida los reconocimientos de la existencia de estructuras sociales y económicas injustas, desiguales y excluyentes, que es necesario transformar.

  14. La riqueza del narcotráfico y la desigualdad en Colombia, 1976-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Rocha García

    2014-05-01

    Full Text Available Buscando comprender la trascendencia económica del narcotráfico sobre la concentración del ingreso en Colombia, se estima la magnitud de la repatriación de riqueza del narcotráfico (W desde la mitad de la década de los setenta, considerando las Utilidades Repatriables (UR y su absorción mediante Flujos de Capitales Encubiertos (FCE, a través del contrabando, la sobre/subfacturación del comercio y la inversión extranjera originada en paraísos fiscales. Las UR se calculan contablemente utilizando la información disponible de producción, precios y decomisos y supuestos documentados, mientras que los FCE contrastan cifras oficiales con registros del resto del mundo y estimativos según fundamentales teóricos. Así, la W explicaría el repunte en la desigualdad del ingreso, controlado por el crecimiento de la economía, y daría alcance a otras manifestaciones del deterioro de la equidad que han sido atribuidas al narcotráfico. Un nexo de calado regional, considerando que allí la desigualdad se encuentra asociada al crecimiento económico y a las incautaciones de bienes al narcotráfico. Un reto para las políticas públicas, a juzgar por su inadecuado diseño y ambiguos resultados, tras el propósito de contener la riqueza de origen criminal y promover la economía legal.

  15. Mujer y poder político. La desigualdad como norma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salvador Ferrón Sánchez

    2006-02-01

    Full Text Available Este estudio pretende poner de manifiesto la situación de desigualdad de la mujer frente al hombre, a la luz de la teoría del patriarcado que explica la constricción estructural sobre la mujer en la organización familiar, y social, y la manera en que se entienden e interpretan las relaciones sociales a la luz de la teoría de las representaciones de género. Acotamos al contexto español de las últimas décadas, aun cuando se haga alguna incursión en datos a otros niveles (Cataluña y comarca del Garraf que nos ubiquen en la dimensión del problema, y en segundo término acotaremos a uno de los aspectos en los que se pone de manifiesto esta desigualdad: el desigual acceso a cotas de poder político de hombres y mujeres. Realizaremos, así, un análisis comparativo en el tiempo y en el espacio de la situación de la mujer española respecto de las relaciones de poder en la política y de cómo se reparte desigualmente la presencia de hombres y de mujeres en los puestos decisionales relacionados con la esfera pública, con el poder político e institucional y con la “calidad” de la presencia de la mujer en las organizaciones.

  16. La desigualdad salarial en la industria manufacturera de la frontera de México y los Estados Unidos,1994-2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cuauhtémoc Calderón Villarreal

    2018-01-01

    Full Text Available En este artículo hacemos un análisis comparativo de la desigualdad salarial que existe en la industria manufacturera de los estados que colindan en la zona fronteriza entre México y los Estados Unidos. Para lo cual realizamos un estudio de la desigualdad de los salarios, en los estados del lado mexicano: Baja California, Sonora, Chihuahua, Coahuila, Nuevo león y Tamaulipas; y en los estados del lado estadounidense: California, Arizona, Nuevo México y Texas. Para llevar a cabo este análisis utilizamos la metodología desarrollada por Shorrocks (1982; 2012. De acuerdo con nuestros resultados, encontramos que es sobre todo la desigualdad al interior de los estados la que explica esta reducción de la desigualdad.

  17. Desigualdades sociales en la mortalidad de enfermedades por causas externas, tumores, enfermedades metabólicas en el departamento de Caldas 2010-2013

    OpenAIRE

    Marín Ocampo, Angela María

    2017-01-01

    Objetivo. Determinar las desigualdades sociales en la mortalidad de enfermedades por causas externas, enfermedades metabólicas y tumores en los municipios del departamento de Caldas en el período 2010-2013.

  18. Desigualdades educacionales en mortalidad y supervivencia de mujeres y hombres de las Américas, 1990-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Haeberer

    2015-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analizar la magnitud y tendencias de las desigualdades educacionales en mortalidad y supervivencia de mujeres y hombres entre países de las Américas. MÉTODOS: Se calcularon métricas de brecha y gradiente de desigualdad en mortalidad adulta, edad promedio de muerte, esperanza de vida y esperanza de vida saludable, según nivel educativo entre países en hombres y mujeres para 1990 y 2010. RESULTADOS: Entre 1990-2010 el promedio de años de escolaridad aumentó de 8 a 10 sin diferencia entre sexos. La tasa de mortalidad adulta (15-59 años no cambió: 1,9 por 1 000 mujeres y 3,7 por 1 000 hombres. El índice de desigualdad de la pendiente aumentó de -1,0 a -2,0 por 1 000 mujeres y de -1,2 a -4,4 por 1 000 hombres. La esperanza de vida aumentó de 75,6 a 78,7 años en mujeres y de 68,9 a 72,4 en hombres; la desigualdad absoluta disminuyó de 7,8 a 7,2 años en mujeres y aumentó de 7,2 a 9,2 años en hombres. La esperanza de vida saludable aumentó de 63,7 a 65,9 años en mujeres y de 59,5 a 62,5 años en hombres; el índice de desigualdad de la pendiente se redujo de 6,9 a 5,8 años en mujeres y aumentó de 6,9 a 7,8 años en hombres. CONCLUSIONES: Entre países de las Américas, los hombres tienen mayor riesgo de morir, mueren más tempranamente y viven menos años libres de enfermedad y discapacidad que las mujeres; el nivel educativo es un determinante de la mortalidad y la sobrevida en ambos sexos y las desigualdades educacionales son más pronunciadas y ascendentes entre hombres y desproporcionadamente concentradas en las poblaciones socialmente más desaventajadas.

  19. Desigualdades en la salud autopercibida de la población española mayor de 65 años

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victoria Morcillo Cebolla

    2014-11-01

    Conclusiones: Esta revisión muestra que entre las personas mayores persiste la desigualdad de género y de nivel socioeconómico con respecto a la salud autopercibida. Son necesarios futuros estudios para aclarar los factores que hacen que persistan las desigualdades en los mayores, y así poder diseñar políticas de salud específicas para este sector de la población.

  20. Análise Espacial da Desigualdade Econômica na Região Norte do Brasil: Um Estudo das Microrregiões

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henry Antônio Silva Nogueira

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo geral deste trabalho é identificar padrões espaciais de desigualdade econômica intermunicipal entre as microrregiões que compõem a região Norte do Brasil no período de 2010. Especificamente, pretende-se: a determinar o grau de desigualdade econômica intermunicipal para as microrregiões, b verificar se existe dependência espacial entre as microrregiões e, por fim, c identificar o relacionamento entre as variáveis PIB per capita e desigualdade, e entre o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M e desigualdade econômica. Para alcançar os objetivos propostos, é utilizado o cálculo do grau de desigualdade de Williamson (coeficiente de Williamson para as microrregiões, e ainda, são utilizadas técnicas de análise de distribuição espacial, especificamente, a Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE, juntamente com as medidas de auto correlação I de Moran global e local, e seus respectivos índices. O estudo confirma observações empíricas e revela que na Região norte do Brasil ocorre um alto grau de desigualdade entre as microrregiões que a compõem. A desigualdade econômica é menor quando se aplica a análise às microrregiões. Ficou claro que existe um padrão de distribuição do grau de desigualdade entre as microrregiões do Norte do país, ou seja, em certa medida, pode-se afirmar que em alguns casos ocorre dependência pendencia espacial.

  1. La desigualdad económica medida a través de las curvas de Lorenz || Economic inequality measurement through Lorenz curves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Núñez Velázquez, José Javier

    2006-12-01

    Full Text Available En el presente trabajo se analiza la influencia de las curvas de Lorenz, el Principio de Transferencias y las relaciones de mayoración entre vectores de renta sobre las medidas de desigualdad. De esta forma, se pasa revista al desarrollo histórico que ha permitido diseñar el conjunto actual de axiomas o propiedades deseables para que una medida de desigualdad se comporte razonablemente. Además, se analiza la problemática de la ordenación en desigualdad de los vectores de renta. Ante la imposibilidad de selección de una única medida de desigualdad, se presenta la construcción de un indicador sintético dinámico construido a partir de una batería de índicessimples de desigualdad, compatibles con el criterio de dominación de Lorenz. Finalmente, se incluye como ilustración el estudio de la evolución de la desigualdad y el nivel de vida en los países de la Unión Europea, durante el período 1993-1999.

  2. Geografia da desigualdade social: Uma perspectiva de geografia urbana crítica apresentada a partir do exemplo da produção social da favela em Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veronika Deffner

    2011-01-01

    Full Text Available Para a análise empírica do fenômeno da reprodução invisível das desigualdades sociais e espaciais nas cidades brasileiras, elaborou-se a proposta, aqui apresentada, de uma geografía da desigualdade social, a fim de embasar uma investigação das desigualdades, destacando o espaço como força poderosa no processo de reprodução social. Trata-se de uma geografía urbana hermenêutica, no sentido de entender a textura da cidade em sua construção social. O conceito foi operacionalizado a partir do exemplo idiográfico da cidade de Salvador-BA, com o intuito de disponibilizar um modelo operacional e aplicável também a outras metrópoles, tanto no Brasil como em outras formações sociais caraterizadas por mecanismos ocultos que disfarçam e perpetuam a lógica da dominação social, as sociedades da chamada “perifería da modernidade”, segundo o sociólogo brasileiro Jessé Souza (2000, 2006. O papel da Geografia nessa perspectiva é o de buscar compreender a textura urbana fragmentada e dividida pelas disposições sociais, a partir do exame do fenômeno específico das favelas. Abstract GEOGRAPHY OF SOCIAL INEQUALITY: APPROACH FOR A CRITICAL URBAN GEOGRAPHY PRESENTED BY THE SOCIAL PRODUCTION OF THE FAVELA IN SALVADOR (BAHIA The empirical analysis of the invisible reproduction of social and spatial inequalities in Brazilian cities demands a specific approach. The following article highlights this approach while taking a critical view on a geography of social inequality. It intends to conceptually contribute to the ongoing research into the causes of perpetuating injustices and examining space as a powerful factor in the reproduction of social inequality. This approach, which is one of hermeneutical geography, aims to understand the structure of the city in its social construction. Taking the idiographic example of Salvador in Brazil background knowledge was acquired following the principles of grounded theory. The approach should be

  3. Anemia em gestantes brasileiras antes e após a fortificação das farinhas com ferro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar prevalência de anemia e valores de hemoglobina (Hb em gestantes brasileiras, antes e após a fortificação das farinhas com ferro. MÉTODOS: Estudo de avaliação de painéis repetidos, desenvolvido em serviços públicos de saúde de municípios das cinco regiões brasileiras. Dados retrospectivos foram obtidos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: antes da fortificação, com parto anterior a junho de 2004, e após a fortificação, com última menstruação após junho de 2005. Anemia foi definida como Hb < 11,0 g/dL. Valores de Hb/idade gestacional foram avaliados segundo dois referenciais da literatura. Foram utilizados teste qui-quadrado, t de Student e regressão logística, com nível de 5% de significância. RESULTADOS: Na amostra total, anemia caiu de 25% para 20% após fortificação (p < 0,001, com médias de Hb significativamente maiores no grupo "após" (p < 0,001. Observaram-se, entretanto, diferenças regionais importantes: reduções significativas nas regiões Nordeste (37% para 29% e Norte (32% para 25%, onde as prevalências de anemia eram elevadas antes da fortificação, e reduções menores nas regiões Sudeste (18% para 15% e Sul (7% para 6%, onde as prevalências eram baixas. Os níveis de Hb/idade gestacional de ambos os grupos se mostraram discretamente mais elevados nos primeiros meses, porém bem mais baixos após o terceiro ou quarto mês, dependendo da referência utilizada para comparação. Análise de regressão logística mostrou que grupo, região geográfica, situação conjugal, trimestre gestacional, estado nutricional inicial e gestação anterior associaram-se com anemia (p < 0,05. CONCLUSÕES: A prevalência de anemia diminuiu após a fortificação, porém continua elevada nas regiões Nordeste e Norte. Embora a fortificação possa ter tido papel nesse resultado favorável, há que se considerar a contribuição de outras políticas p

  4. Regionalização e as Redes Regionais de Atenção à Saúde no Estado de São Paulo | Regionalização e as Redes Regionais de Atenção à Saúde no Estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lauro Cesar Ibanhes

    2014-05-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Introdução: O estádio atual de desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS se caracteriza, em parte, pela proeminência do tema regionalização dos serviços e sistema, tendo como norteadora do processo a atenção básica. Esse tema aparece desde a instituição do SUS, porém, somente no início dos anos 2000 ganha forma com os planos diretores de regionalização (PDR e planos diretores de investimento (PDI, conforme orientados pelas Normas Operacional da Assistência à Saúde - NOAS 2001/2002. O Pacto pela Saúde de 2006 cria os Comitês Gestores Regionais (CGR como instância organizadora da “regionalização cooperativa e solidária”, modo avançado da proposta das NOAS. Concomitante a essa reorganização político-administrativa, engendra-se a discussão da forma operativa dessa mesma regionalização dos serviços de assistência médica de níveis tecnológicos secundário e terciário. As redes de atenção à saúde foi o modus operandi encontrado pelos técnicos e assessores do Ministério da Saúde e da Comissão Intergestores Tripartite para organizar a assistência médica regionalizada. Como já havia a construção prévia das regiões de saúde desde os anos 2002, as redes de atenção se estruturarão de maneira regionalizada, formando as Redes Regionais de Atenção à Saúde – RRAS. Este momento está em franco processo de construção. Metodologia/Desenvolvimento: Neste projeto avaliaremos o processo de implantação das RRAS e suas relações com as Regiões de Saúde já instituídas no âmbito dos Departamentos Regionais da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. O lócus da investigação será a Rede Regional de Atenção à Saúde de Presidente Prudente (RRAS-11 e a Rede Regional de Atenção à Saúde Rota dos Bandeirantes (RRAS- 5 localizada na Região Metropolitana de São Paulo. Para responder as perguntas da pesquisa foi elaborado um plano

  5. Invisibilidad y desigualdad. La política académica y las mujeres docentes en la Universidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yolanda López Figueroa

    2016-06-01

    Full Text Available Se analiza la poca representatividad de las mujeres en la academia  y las desigualdades que enfrentan para obtener ascensos, mejoras salariales y ascender a puestos altos de poder en las instituciones de enseñanza superior. Contrastan estos hechos con la proliferación de estudios de género en las universidades y la feminización  del estudiantado universitario. Se presentan los factores causales más importantes de la política académica como: la cultura laboral universitaria, las estructuras académicas, la doble jornada laboral, los prejuicios y los estilos de administración. Concluye que las universidades no podrán constituirse en agente de cambio social si no modifican sus políticas y estructuras de poder patriarcal que condenan a las docentes a la desigualdad. Concluye proponiendo alternativas para solucionar la problemática.

  6. RETORNOS DE LA EDUCACION PÚBLICA Y PRIVADA: INFERENCIA ASINTOTICA Y BOOTSTRAP EN MEDIDAS DE DESIGUALDAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milenka Ocampo

    2009-01-01

    Full Text Available El presente trabajo muestra, en base a evidencia empírica, que las diferencias entre la educación pública y privada han acentuado en el tiempo la desigualdad de ingresos existente en Bolivia. Inicialmente, se realiza un análisis descriptivo de las diferencias en calidad, infraestructura y cobertura entre la educación pública y privada. Posteriormente, empleando técnicas microeconométricas y tests de hipótesis bajo Bootstrap, se verifica que las diferencias entre ambos tipos de educación son significativas para explicar una parte de la desigualdad de ingresos generada entre 1999 y 2006 en Bolivia. Adicionalmente, se aplican el método Bootstrap Moon para  asegurar la robustez de los resultados.

  7. Inserción laboral y desigualdad en el mercado de trabajo: Cuestiones teóricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOSÉ Mª GARCÍA BLANCO

    1996-01-01

    Full Text Available La inserción laboral de los jóvenes constituye un buen observatorio de la desigualdad en el mercado de trabajo. La abundante literatura de los ultimos años sobre este problema se ha centrado más en mostrar este tipo de desigualdad que en explicarla. en este artículo se presentan las principales imágenes teóricas que explican los desiguales logros de los jóvenes en el mercado de trabajo, se hacen explícitas las predicciones observables que resultan desde cada una de ellas y se discuten las posibilidades y las condiciones de su integración en una única propuesta teórica.

  8. Abolição das desigualdades : ações afirmativas no ensino superior

    OpenAIRE

    Dircenara dos Santos Sanger

    2009-01-01

    A tese tem o ponto central nas Ações Afirmativas na sociedade brasileira e problematiza: "Que sentidos têm para os egressos do Instituto Metodista Porto Alegre (IPA-RS) as Ações Afirmativas?" Seu objetivo foi entender, compreender, analisar o papel dessas ações e/ou o sentido que tem para os egressos dessa Instituição de Ensino Superior privada, no Brasil, conveniada com o Centro Ecumênico de Cultura Negra (CECUNE). De forma secundária, ela objetivava conhecer, pelo estudo sistemático, a ance...

  9. El sistema informal de cuidados en clave de desigualdad The system of informal caregiving as inequality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inmaculada Mateo-Rodríguez

    2004-05-01

    Full Text Available Los servicios sociales y sanitarios participan de forma minoritaria en el cuidado continuado de las personas que lo necesitan, y la familia constituye la principal prestadora de cuidados en nuestro entorno. La atención informal a la salud plantea dos cuestiones relacionadas con la equidad: las cargas diferenciales del cuidado entre hombres y mujeres, que generan una desigualdad de género, y la inequidad en capacidad de elección y de acceso a recursos y servicios de ayuda según el nivel educativo y socioeconómico, que plantea una desigualdad de clase social. La distribución de la responsabilidad de cuidar entre hombres y mujeres y entre familia y estado constituye un debate crucial de la salud pública. En este trabajo se analiza el concepto y características del cuidado informal, se aportan datos sobre su magnitud en nuestro medio y se analiza el perfil de las personas cuidadoras, el trabajo que realizan y el impacto que supone en sus vidas. Finalmente, se plantean modelos y estrategias de apoyo a cuidadores/as existentes en la actualidad. Las mujeres asumen de forma mayoritaria el papel de cuidadoras principales, se responsabilizan de las tareas más pesadas y demandantes y dedican más tiempo a cuidar. El coste que asumen las mujeres en sus vidas por el hecho de ser cuidadoras es elevado en términos de salud, calidad de vida, acceso al empleo y desarrollo profesional, relaciones sociales, disponibilidad del propio tiempo y repercusiones económicas. Las mujeres de menor nivel educativo, sin empleo y de clases sociales menos privilegiadas configuran el gran colectivo de cuidadoras en nuestro país. Cualquier política de apoyo a cuidadores debería tener en cuenta esta desigual situación de partida y ser evaluada en términos de su impacto en desigualdad de género y clase social.In our setting, it is families, not the health and social services, who play the greatest role in providing continuous care to persons in need of such

  10. Tendências da desigualdade salarial para coortes de mulheres brancas e negras no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira

    2006-06-01

    Full Text Available É feita uma análise das tendências da desigualdade salarial da força de trabalho feminina no Brasil, segundo a raça, durante as décadas de 1980 e 1990. Crescentes retornos de qualificação e crescente demanda por trabalho qualificado resultam em uma divergência do crescimento salarial entre os trabalhadores com alta e baixa qualificação. Este crescente hiato resulta em um aumento da desigualdade salarial por raça. Com o propósito de interpretar as tendências, são examinadas diferenças por raça nos padrões de casamento, fecundidade, arranjos domiciliares, níveis educacionais, participação na força de trabalho, níveis de qualificação, alocação ocupacional e salários, distinguindo entre medidas de período e coorte. São usados dados provenientes das PNADs 1987-1999 para analisar a importância de mudanças inter e intracoortes para mulheres brancas e negras. Funções salariais são estimadas a partir dos dados agregados da série temporal de cross sections, usando mínimos quadrados ordinários e regressões quantílicas.We analyze trends of wage inequality of the Brazilian female labor force, by race, during the 1980s and 1990s. Increasing returns to skills and increasing demand for skilled labor result in a divergence of wages growth between high and low skilled workers. This increasing gap results in an increase of wage inequality by race. In order to interpret trends, we take into account race differences in marriage patterns, fertility, household arrangements, educational levels, labor market participation, skill levels, occupational location and earnings, distinguishing between period and cohort measures. We use 1987-1999 Brazilian Household Sample Surveys data to examine the importance of within- and between-cohort changes for black and white women. Earnings functions are estimated from the pooled time-series of these cross-section data, using OLS and quantile regressions.

  11. Pobreza y desigualdad en América Latina: ¿un problema de reformas institucionales?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Inés Usaquén Chía

    2009-07-01

    Full Text Available Una mirada a Latinoamérica desde sus indicadores económicos, políticos y sociales, nos muestra una región a la que le son comunes los problemas de pobreza, exclusión, inequidad, déficit fiscal, inflación, desempleo, concentración de ingresos, entre otros. Estas economías han aplicado reformas estructurales similares y han generado todo tipo de cambios en sus instituciones; sin embargo, persisten las dificultades, sobre todo las relacionadas con la pobreza y la desigualdad. La ineficiencia en la aplicación de tales políticas y la diversidad de resultados obtenidos, es entendida, principalmente, porque se están considerando instituciones, formas de organización y culturas diversas. Aun así, se puede asegurar que la mayor parte de las economías de América Latina han visto reducir su crecimiento económico, así como incrementado sus niveles de inflación, de desempleo, y, en muchos casos, de pobreza y exclusión social, además, porque la región no es ajena a la desaceleración de la economía mundial. Sin embargo, si tantas reformas buscan favorecer al grupo poblacional con menores oportunidades, es pertinente peguntarse: ¿por qué persisten tales desigualdades? ¿Es posible que no se estén aplicando los cambios requeridos? ¿Es un problema de sus instituciones? ¿De aplicación de la política? O, ¿es un problema de quienes ejecutan dicha política? Al parecer, tales reformas no corresponden a las verdaderas necesidades de la región, sino a la aplicación de lineamientos y modelos internacionales que en muchos casos no han funcionado ni siquiera en las economías con indicadores sociales más favorables.

  12. O efeito Salieri: O sindicalismo perante as desigualdades entre mulheres e homens no emprego

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgínia Ferreira

    2012-10-01

    Full Text Available Os actuais padrões de segregação sexual do mercado de trabalho são ainda, em parte, a expressão viva de práticas excludentes e segregadoras dos sindicatos desde o começo da revolução industrial. Estes padrões começaram a desenhar-se a partir da aceitação do pagamento de menores salários às mulheres. Só num segundo momento os sindicatos passaram a reivindicar a igualdade salarial entre mulheres e homens como forma de defesa do emprego masculino. Numa primeira parte do texto, dá-se conta de algumas destas práticas de fechamento dos sindicatos em Portugal. Numa segunda parte, referem-se as principais linhas de mudança das orientações do movimento sindical perante as desigualdades entre os sexos no mercado de trabalho e apontam-se algumas iniciativas no âmbito da promoção da igualdade entre mulheres e homens.

  13. Arriendo y desigualdad en las tierras altas de Jujuy (Argentina a fines del siglo XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia A. Fandos

    2016-01-01

    Full Text Available Las estructuras agrarias originadas en los procesos más generales de desarrollo capitalista y de redefinición de los derechos de propiedad del siglo XIX en la provincia argentina de Jujuy, resultaron favorables a la formación de importantes latifundios. La contracara de esa fuerte concentración de tierras fue la existencia de un amplio sector de la sociedad que compartía la condición de arrendatarios. De ahí que en este artículo nos proponemos estudiar a los arrendatarios como productores –la riqueza y los ingresos brutos procedentes de la explotación rural que tenían a su cargo– a fin de indagar su capacidad de remuneración, contrastándolos entre sí y con otras situaciones sociales. Para ello, analizamos dos casos que tratan el asunto de sus relaciones de producción en el arriendo. A partir de fuentes fiscales y censales de la década de 1890 que contienen datos de la actividad agropecuaria y de informes sobre la rentabilidad de los distintos productos de origen agrícola o ganaderos de la misma época, reconstruimos el ingreso bruto de esas unidades para cada uno de los actores involucrados en ellas y analizamos los niveles de desigualdad para ese conjunto social.

  14. ¿Es México un Estado reproductor de las desigualdades regionales?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Merchand Rojas

    2015-06-01

    Full Text Available En este artículo se analiza cómo el Estado mexicano en lugar de haber aminorado los grados de desigualdad, estos se han promovido e, incluso, de cierta manera, han sido fomentados para generar un desarrollo regional más desequilibrado y desarticulado en función únicamente de los intereses sectorialespredominantes, sean agrícolas, industriales y de servicios; pues solo se buscanespacios económicos que permitan reproducir capitales espurios (enclaveseconómicos, sin una contribución a las comunidades locales; incluso, muchasveces, se han generado externalidades negativas que socavan el tejido social delas poblaciones locales. A lo largo de los siguientes párrafos, se explica cómoel Estado mexicano en estos últimos treinta años se ha mostrado solo comoinstancia regulativa y promotora de un crecimiento económico excluyente a favor del capital y en contra del trabajo. Además, es un Estado incapaz de sostener o asegurar las condiciones mínimas (económicas y sociales para que los espacios nacionales y locales reproduzcan su tejido productivo y se permita que estos muestren un trayecto histórico consolidado; por el contrario, han surgido espacios con sinergias negativas irreversibles.

  15. Polissemias da desigualdade no Livro V das Ordenações Filipinas: o escravo integrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Alexandre FERREIRA

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo O presente artigo problematiza um dos pontos centrais da crítica dirigida por diferentes integrantes do chamado movimento das Luzes ao mundo do Antigo Regime. Trata-se da noção, já abordada pela historiografia especializada, de "desigualdade perante a lei", compreendida como atributo intrínseco e negativo de diferentes Estados europeus até o final do Setecentos. Parte-se aqui do pressuposto de que é imprescindível ao trabalho do historiador interessado no estudo das formas de exercício da justiça compreender os significados conferidos a conceitos e estatutos jurídicos dentro dos limites das épocas e lugares em que foram elaborados e utilizados cotidianamente pelos contemporâneos. Especificamente, pretende-se, a partir da análise dos dispositivos legais presentes no Livro V do Código Filipino, ou, Ordenações e Leis do Reino de Portugal - compilação de 1603 que no Brasil continuou, em grande medida, vigente até 1830 -, realizar um estudo das ambivalências e simultaneidades de sentido presentes nas penas impostas a pessoas de diferentes qualidades ou condições que integraram o Estado Português entre os séculos XVII e XVIII, com especial enfoque nas punições previstas exclusivamente aos escravos, tidos simultaneamente como coisas e pessoas.

  16. Rebusque y mendicidad: Muestra de desigualdad y pobreza en Cúcuta, Norte de Santander, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William Rodrigo Avendaño Castro

    2013-06-01

    Full Text Available El artículo es una aproximación teórico–reflexiva a la desigualdad y la pobreza en la ciudad de San José de Cúcuta, frontera entre Colombia y Venezuela. Muestra factores asociados al desempleo, analiza temas como la mendicidad, la limosna y el rebusque desde un entorno socioeconómico, recopila información mediante la aplicación de una encuesta semiestructurada (aleatoria a una población específica: los agentes que determinan la práctica permanente de economía informal en la ciudad. Los resultados expresan una población proveniente, en su gran mayoría, de diferentes regiones del país, asociada a aspectos no solamente de índole económico, sino sociales como el desplazamiento forzado (conflicto interno armado y violencia, que han provocado la instauración de los mismos en la ciudad, generando problemas en salud, educación y seguridad, entre otros.

  17. Gobernabilidad democrática, violencia y desigualdad en América Latina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludolfo PARAMIO

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: Después de contrastar las tesis sobre acción colectiva y movimientos sociales defendidas por varias corrientes teóricas, el autor adopta la perspectiva de la acción racional y se basa en los casos de Sendero Luminios y del EZLN, para estudiar las condiciones y factores que intervienen en la emergencia de violencia colectiva en situaciones de desigualdad e injusticia. El análisis sostiene que la amenaza a la gobernabilidad por parte de la acción insurreccional es relativamente excepcional en el caso de América Latina.ABSTRACT: After comparing some theses defended by diferent theoretical schools, the author adopts the rational action perspectiva and he bases on Sendero Luminoso and EZLN cases to study factores and condictions involved in the emergence of colective violence in a social situation of inequality and injustice. For the Latin America casa, the analysis supports that a threat to gobernability by insurrectional action is very excepcional.

  18. Mercado metropolitano de trabajo y desigualdades sociales en el Gran Santiago: ¿Una ciudad dual?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. de Mattos

    2002-12-01

    Full Text Available Los cambios estructurales en los mercados metropolitanos de trabajo bajo los procesos de reestructuración-informacionalización-globalización, se han situado como un tema central para el estudio de la transformación de las ciudades durante las últimas décadas. Desde esta perspectiva, el presente trabajo analiza los impactos que los procesos de modernización capitalista en Chile han tenido sobre su mercado de trabajo y sobre la evolución de la distribución del ingreso, y sobre esta base, observa sus efectos sobre la estructuración socio-territorial del Gran Santiago, discutiendo especialmente la pertinencia de la tesis de la dualización para este caso particular. Para ello, en una primera parte se esbozan los rasgos fundamentales de esta tesis, se analizan los fundamentos con los que ha sido presentada y las causas que se le atribuyen. En la segunda parte se revisan las principales transformaciones producidas en esta fase de modernización capitalista en Chile, y la evolución de las desigualdades sociales y la segregación urbana en el Gran Santiago a la luz de las transformaciones producidas en su mercado de trabajo. En la tercera y última parte, se plantea la discusión sobre la aplicabilidad de la tesis de la dualización al caso chileno

  19. O nascimento da Revista Brasileira de Criminalística

    OpenAIRE

    Ângela Tonietto; Bruno Telles; Charles Albert Andrade; Claudemir Rodrigues Dias Filho; Elvis Medeiros; Juliano de Andrade Gomes; Maria Paula Oliveira Valadares

    2011-01-01

    Nasce a Revista Brasileira de Criminalística (RBC): uma publicação periódica de um antigo anseio da comunidade de Peritos Criminais em ver a produção científica divulgada em revista especializada genuinamente brasileira. A RBC destina-se à publicação de artigos que contribuam para a promoção, a divulgação e o desenvolvimento científico e tecnológico das ciências forenses, referentes aos resultados de pesquisas, avanços, projetos técnico-científicos e relatos de caso relacionados à criminalíst...

  20. Planos Estratégicos Municipais de Turismo do Estado de Santa Catarina - Roteiros Turísticos Regionais: um estudo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Severino

    2012-08-01

    Full Text Available ResumoEste artigo tem como objetivo identificar quais as cidades dos Roteiros Regionais de Santa Catarina elaborou o plano estratégico do turismo municipal e avaliar o método de planejamento aplicado a documentos já concluídos. Na análise, foi investigada
    a existência de dois conceitos: ";planejamento estratégico";, segundo o autor Kotler (1998 e ";O planejamento do turismo"; Barretto (2005. A metodologia para o desenvolvimento deste estudo foi a pesquisa descritiva, qualitativa e quantitativa. Os procedimentos foram pesquisa bibliográfica, documental. Na coleta de dados utilizou-se o questionário. Os principais resultados demonstraram que o planejamento estratégico do turismo precisa melhorar no estado. Os principais resultados foram: a dependência de recursos federais e estaduais para os planos e projetos, problemas de alinhamento entre os setores público e privado, necessidade de estudos científicos do turismo e pesquisa de mercado, pouca participação do setor privado no financiamento de projetos de turismo.
    Palavras-chave: turismo; planejamento estratégico; planejamento do turismo. AbstractThis article aims to identify which cities of the Santa Catarina Itineraries Regional prepared the strategic plan of the municipal tourism and evaluate the planning method applied on documents already completed. Analysis in the method was in two

  1. Potencial de uso do modelo century e sig para avaliar o impacto da agricultura sobre estoques regionais de carbono orgânico do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisandra Solange Oliveira Bortolon

    2012-06-01

    Full Text Available O uso e as mudanças no uso e manejo dos solos figuram entre os principais fatores determinantes dos estoques de carbono orgânico do solo (COS. A modelagem dinâmica espacialmente explícita é uma técnica que vem sendo usada com sucesso em avaliações das alterações nos estoques regionais de COS. Assim, este trabalho objetivou utilizar o modelo Century associado a técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto para avaliar os efeitos das alterações do uso agrícola e manejo do solo na dinâmica do carbono orgânico do solo (COS em propriedades rurais do Distrito Santana, Ijuí - RS. Para isso, foi criada uma base de dados geoespaciais em ambiente ArcGis9.x com os planos temáticos: solos, elementos da paisagem e início do uso agrícola. Após reconstituídos os cenários históricos de manejo, o modelo Century 4.0 foi inicializado com dados edafoclimáticos locais, calibrado em duas etapas e validado, obedecendo-se à seguinte ordem: calibração principal - validação - calibração para generalizações. Na calibração principal, foram ajustados parâmetros internos do modelo, valendo-se da adição de carbono (C pelo milho, trigo e soja e dos estoques de COS medidos em 2007 na camada de 0 a 20 cm da mata nativa e de uma lavoura adjacente, cuja conversão ocorreu entre 1901 e 1930 (lavoura mais antiga, localizada na área 1, sob Latossolo de topo. Em seguida, o Century, assim ajustado, foi estatisticamente validado com base em dados observados em 10 lavouras iniciadas em diferentes épocas, sob a mesma classe de solo e posição na paisagem, amostradas em 2007 na camada de 0 a 20 cm e distribuídas em quatro áreas homogêneas (áreas 1, 2, 3 e 4 dentro do Distrito Santana. Na calibração para generalizações, foram criadas quatro opções de "floresta subtropical" para representar a mata nativa de cada classe de solo em estudo (Latossolo, Chernossolo, Neossolo Regolítico e Neossolo Flúvico, a partir da opção de floresta

  2. Preconceito étnico-racial – desigualdades no plano simbólico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Toni Andre Scharlau Vieira

    2017-06-01

    Full Text Available Este texto discute como a comunicação social atua enquanto reforçadora de preconceitos quando os fenômenos são analisados a partir do conceito de capital simbólico. Ao dialogar com os raciocínios de Pierre Bourdieu e John B. Thompson, são elencados exemplos da realidade brasileira contemporânea para compreender melhor a postura dos meios de comunicação em relação à questão étnico-racial.DOI: http://dx.doi.org/10.21882/ruc.v5i8.658 Recebido em: 20/10/2016 Aceito em: 24/06/2017 

  3. Tres afirmaciones sobre pobreza, ciclo económico y desigualdad social desde los años noventa en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Gómez Jiménez

    2009-12-01

    Full Text Available Se plantea que desde el último cuarto del siglo pasado la transicióndemográfica creó condiciones para el aumento del ingreso per cápita, perono hubo reducción de la pobreza, porque para una disminución significativade ésta es preciso actuar sobre las desigualdades para atenuarlas. Finalmente, se argumenta que en Colombia nunca se ha intentado la reducción de las desigualdades y, en su lugar, la ortodoxia siempre ha propuesto como remedio a la pobreza y la desigualdad, el crecimiento económico. Se demuestra que el ciclo económico, aún en su fase expansiva, no está en capacidad de actuar sobre el componente estructural que reproduce la pobreza, y tan sólo lo hace de manera marginal en la coyuntura de crecimiento.

  4. Desigualdades sociais e tuberculose: analise segundo raca/cor, Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar Basta

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar características sociodemográficas e clínico-epidemiológicas dos casos de tuberculose e fatores associados ao abandono e ao óbito na vigência do tratamento. MÉTODOS Estudo epidemiológico baseado em dados notificados de tuberculose em indígenas e não indígenas, segundo raça/cor, em Mato Grosso do Sul, entre 2001 e 2009. Realizou-se análise descritiva dos casos de acordo com as variáveis sexo, faixa etária, zona de residência, exames empregados para o diagnóstico, forma clínica, tratamento supervisionado e situação de encerramento, segundo raça/cor. Utilizou-se análise univariada e múltipla por meio de regressão logística para identificar preditores de abandono e óbito, e odds ratio como medida de associação. Foi construída série histórica de incidência, segundo raça/cor. RESULTADOS Registraram-se 6.962 casos novos de tuberculose no período, 15,6% entre indígenas. Houve predomínio em homens e adultos (20 a 44 anos em todos os grupos. A maior parte dos doentes indígenas residia na zona rural (79,8% e 13,5% dos registros nos indígenas ocorreram em 45 anos (OR = 3,0; IC95% 1,2;7,8 e com a forma mista (OR = 2,3; IC95% 1,1;5,0 apresentaram associação com óbito. Apesar de representarem 3,0% da população, os indígenas foram responsáveis por 15,6% das notificações no período. CONCLUSÕES Houve importantes desigualdades em relação ao adoecimento por tuberculose entre as categorias estudadas. As incidências nos indígenas foram consistentemente maiores, chegando a exceder em mais de seis vezes as médias nacionais. Entre pretos e pardos, piores resultados no tratamento foram observados, pois apresentaram chance de abandono duas vezes maior que os indígenas. O mau desempenho do programa também esteve fortemente associado ao abandono e ao óbito. Acredita-se que, enquanto não se reduzir a pobreza, as desigualdades nos indicadores em saúde permanecerão.

  5. Desenvolvimento econômico, desigualdade e saúde Economic development, inequality, and health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Reginaldo Prata

    1994-09-01

    Full Text Available O autor se refere a dimensão socioeconômica, individual e coletiva do fenômeno saúde-doença. Refere-se também ao fato das populações estarem sobre a influência desigual de fatores de risco e de proteção à saúde. Discute as desigualdades no desenvolvimento e a relação entre desenvolvimento, riqueza, saúde e justiça social. Questiona as teorias de desenvolvimento econômico, diferenciando desenvolvimento de crescimento. Cunha os conceitos de armadilha do desenvolvimento e refugiados sociais. Define uma comunidade saudável. Propõe a necessidade de mudança no modelo de desenvolvimento. Baliza o papel e as limitações do setor saúde no que diz respeito a iniqüidade social.The author refers to the social, economic, individual, and collective dimensions of the relationship between health and disease. He considers that individuals and populations are not equally exposed to protective and risk factors. He highlights the uneven development between nations and Brazilian regions, and communities, as well as discussing the relationship between development, wealth, health, and social justice. The article analyzes development theories and makes a distinction between economic development and growth. The concepts of development trap and social refugees are coined. The author defines a healthy community, points to the need for a shift in the current development model, and delineates the health sector's role and limitations in dealing with social inequality.

  6. Desigualdad, discriminación y pedagogía de la igualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Javier Conde González

    2014-01-01

    Full Text Available El ensayo expone las dificultades que enfrenta una sociedad profundamente desigual para dar cabal cumplimiento al derecho a la igualdad y la no discriminación en los procesos educativos. Se establece como marco comprensivo la situación de desigualdad económica en México y Latinoamérica, y se profundiza en relación con el derecho a la igualdad y la no discriminación. Desde ahí se pugna por la necesidad de construir la pedagogía de la igualdad, una praxis educativa que amplía las oportunidades de aquellos que son marginados de la promesa del progreso en tiempos de la globalización y el neoliberalismo. La pedagogía de la igualdad es aquella que promueve procesos educativos incluyentes, abiertos a la diversidad y a la pluralidad cultural y social. This paper is an essay on the difficulties faced by a deeply unequal society to ensure full implementation of the right to equality and non-discrimination in educational issues. The situation of economic inequality in Mexico is established as the comprehensive framework, and the right to equality and non-discrimination is discussed in detail. We strive for the need to build the pedagogy of equality, an educational praxis that widens the opportunities of those who are excluded from the promise of progress in times of globalization and neoliberalism. The pedagogy of equality promotes inclusive, open to cultural and social diversity educational processes.

  7. Dispositivos pedagógicos y trayectorias escolares en contexto de desigualdad social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Daniel Langer

    2014-06-01

    Full Text Available Transcurridas las reformas educativas del 90 y del 2000, nuestra preocupación se centró en las lógicas que a partir de allí ha ido asumiendo la escolaridad. El problema que abordó este proyecto, giró en orden a describir qué características y qué sentidos están asumiendo los dispositivos pedagógicos hoy. El concepto de dispositivo pedagógico nos permite preguntarnos por las formas que asume la institución educación, la regulación de la vida escolar, los sentidos que se construyen en el cotidiano escolar desde la perspectiva de los estudiantes. En este sentido, importa describir la escolaridad en su presente atendiendo las nuevas formas de desigualdad social y el crecimiento de la polarización social. Nos propusimos avanzar sobre los sentidos que los propios estudiantes le otorgan a su tránsito por la escuela: ¿Cómo piensan a la escuela? ¿Para qué creen que sirve la escuela? ¿Qué les gusta de la escuela? ¿Qué valoraciones hacen respecto de las normas en el aula y en la escuela? ¿Qué no les gusta de la escuela? ¿Cómo piensan el mundo en el futuro? ¿Cuáles son sus intereses dentro y fuera de la escuela? Estos son algunos de los interrogantes a partir de los cuales se intentó reconstruir los discursos de la población escolar en la actualidad, los que-atravesados por algunos condicionamientos objetivos-nos permitieron avanzar en la reconstrucción de algunos de los sentidos posibles que la población estudiada le otorga a su trayectoria escolar, en la escuela del siglo XXI.

  8. A transição nutricional no Brasil: tendências regionais e temporais Nutritional transition in Brazil: geographic and temporal trends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Malaquias Batista Filho

    2003-01-01

    Full Text Available Tendo como principal fonte de informações três estudos transversais realizados nas décadas de 70, 80 e 90, faz-se uma análise da transição nutricional do Brasil, referenciada no rápido declínio da prevalência de desnutrição em crianças e elevação, num ritmo mais acelerado, da prevalência de sobrepeso/obesidade em adultos. A correção dos déficits de estatura foi de 72% em crianças urbanas e de 54,4% no meio rural, enquanto a ocorrência de obesidade duplicou ou triplicou em homens e mulheres adultos nos extremos da série temporal analisada. Com exceção do Nordeste rural, a prevalência de desnutrição em mulheres adultas declinou para taxas aceitáveis (em torno de 5% a partir de 1989. Inversamente, as anemias continuam com prevalências elevadas e indicações de tendências epidêmicas. Descreve-se a evolução do estado nutricional da população brasileira segundo macrorregiões e distribuição social, analisando-se os prováveis fatores das mudanças ocorridas.Based on three cross-sectional studies conducted in the 1970s, 80s, and 90s, an analysis of the nutritional transition in Brazil was performed. This analysis found a rapid decrease in the prevalence of childhood malnutrition and an even more rapid increase in adult overweight/obesity. Correction of the height deficit was 72% in urban children and 54.4% in rural children. Obesity rates doubled or tripled in adult men and women at the extremes of the time series analyzed. Excluding the rural Northeast, malnutrition prevalence in adult women dropped to acceptable rates (about 5% starting in 1989. Inversely, anemia continued to display a high prevalence, and there is indication of an epidemic trend. The evolution of nutritional status in the Brazilian population according to macro-regions and social distribution is reported. The likely factors for the observed changes are analyzed.

  9. Uma abordagem schutziana do problema da igualdade-desigualdade = A schutzian approach to the problem of equality-inequality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nasu, Hisashi

    2011-01-01

    Full Text Available “Igualdade” é um dos valores predominantes na sociedade moderna. É praticamente assumido como dado que igualdade tem que ser garantida, aprofundada e alcançada em qualquer esfera. Enquanto tal, a ideia de igualdade continua a ser um dos princípios básicos da teoria social moderna desde que J. J. Rousseau discutiu o tema. Contudo, igualdade não é um conceito definitivo, mas “sensitivo” (H. Blumer e “vazio”, ou seja, deve assumir várias conotações. Muitos pesquisadores interessados no problema de igualdade-desigualdade como um fenômeno social envidaram esforços para preenchê-lo com alguns conteúdos. Suas discussões tendem a ajustar seus focos sobre “Igualdade de quê?” (A. Sen, examinar vários tipos de igualdade e desenhar uma conclusão sobre qual tipo de igualdade deve ser dado maior prioridade sobre outros, fundada sobre alguns pressupostos básicos assumidos como dados. Um atribui maior prioridade, por exemplo, à “igualdade de recursos”, outro à “igualdade de capacidade”, um terceiro à “oportunidade igual ao bem-estar”, e um quarto ao “acesso igual aos benefícios” e assim não há maneira de reconciliar um com o outro. Pesquisas empíricas conduzidas por tais discussões podem acumular muitos dados e resultados em quantidade, mas não podem desenvolver uma teoria adequada de igualdade-desigualdade e não podem aprofundar a compreensão do fenômeno social de igualdade-desigualdade. Neste sentido, seria melhor, eu penso, consultar a contribuição de Schutz ao Fifteenth Symposium of the Conference on Science, Philosophy and Religion proferida na Columbia University em 1955. Este artigo procura examinar o significado da discussão fenomenológica de Schutz sobre igualdade para o debate sobre o problema de igualdade-desigualdade em particular, e o significado da sua teoria social fenomenológica em geral

  10. Niveles de vida y salud en la España del primer franquismo: las desigualdades en la mortalidad infantil

    OpenAIRE

    Bernabeu Mestre, Josep; Caballero Pérez, Pablo; Galiana Sánchez, María Eugenia; Nolasco Bonmatí, Andreu

    2005-01-01

    A partir del estudio de las relaciones entre la mortalidad infantil y el desarrollo socioeconómico y sanitario de las provincias españolas, se analizan las desigualdades en salud que mostraban las diferentes regiones en las décadas centrales del siglo XX. Junto a los trabajos sobre mortalidad infantil y políticas de salud materno infantil llevados a cabo por la Dirección General de Sanidad, para los datos relativos a las condiciones y los niveles de vida, además de las informaciones socioecon...

  11. Desmitificando la violencia e inseguridad en relación a la pobreza y la desigualdad. El caso de Paraguay

    OpenAIRE

    Sarah Patricia Cerna; Carlos A. Peris

    2017-01-01

    La violencia e inseguridad en Paraguay guardan relación con delitos a la propiedad privada. La nación guaraní es un territorio pacífico con algunas demarcaciones violentas. En esta investigación se presenta un panorama comparativo de las zonas más y menos conflictivas pretendiendo, así, desmitificar la violencia y dejar de relacionarla con la escasez de recursos y la desigualdad, para tomar otros factores explicativos como la corrupción, la existencia de mercados ilegales, la relación entre p...

  12. Crecimiento económico, desigualdad y pobreza: una reflexión a partir de Kuznets

    OpenAIRE

    Adolfo Sánchez Almanza

    2006-01-01

    En este trabajo se exponen algunas reflexiones teóricas básicas a partir de la hipótesis de Kuznets que relaciona el crecimiento económico con cambios en la desigualdad en el ingreso de la población, se revisan algunas aportaciones de otros autores en esa línea y se analiza el comportamiento de esas variables en América Latina y México mediante datos representativos en series de largo plazo; asimismo se concluye con una breve lista de propuestas relacionadas con mecanismos redistributivos dir...

  13. Patrones Geográficos de la Mortalidad y de las Desigualdades Socioeconómicas en Mortalidad en España

    OpenAIRE

    Laura Reques; Estrella Miqueleiz; Carolina Giráldez García; Juana M. Santos; David Martínez; Enrique Regidor

    2015-01-01

    Las estimaciones sobre desigualdades socioeconómicas en mortalidad a partir de registros individuales de defunciones y población son escasas y proceden únicamente de la la ciudad de Barcelona, la Comunidad de Madrid y el País Vasco. El objetivo del presente estudio fue mostrar el patrón geográfico de mortalidad en diferentes grupos socioeconómicos, así como el de las desigualdades en mortalidad en el conjunto del territorio español. Métodos: Se realizó el seguimiento de todos los individuos ...

  14. Desigualdades socioespaciais: produção do espaço e política habitacional de interesse social em Parnamirim/RN

    OpenAIRE

    Ferreira, Maria Cristina Pereira de Paiva

    2013-01-01

    O presente trabalho coloca em discussão a questão das desigualdades socioespaciais sob a ótica da política habitacional de interesse social, com o objetivo de compreender de que forma o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e os seus impactos na vida dos beneficiados de baixa renda, contribuem para a amenização ou intensificação das desigualdades socioespaciais. Para fundamentar essa discussão nos apoiamos na concepção Lefebvreana do espaço enquanto produto social, apropriado e produzido em ...

  15. Segmentación laboral, educación y desigualdad salarial en México Work segmentation, education and salary inequality in Mexico

    OpenAIRE

    Marcos Valdivia López; Mercedes Pedrero Nieto

    2011-01-01

    Con el propósito de poner al descubierto las fuerzas sociológicas que afectan la desigualdad salarial en México, este trabajo realiza una estratificación basada en ocupaciones que atiende a la hipótesis de dualidad de los mercados laborales al proponer un submercado laboral primario y otro secundario. En específico, estudiamos la desigualdad salarial a partir de evaluar de qué manera los rendimientos de la educación se comportan o se ven afectados a lo largo de los diversos grupos ocupacional...

  16. Desigualdades no acesso e utilização dos serviços de saúde na Região Metropolitana de São Paulo Health care services utilization and access inequalities in the Sao Paulo Metropolitan Region

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Umberto Catarino Pessoto

    2007-04-01

    Full Text Available Este artigo relata achados dos estudos de casos realizados em cinco municípios da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP: São Paulo, Guarulhos, Santo André, Osasco e Franco da Rocha. As desigualdades no acesso aos serviços e sua utilização foram descritas a partir de tabulações avançadas da Pesquisa de Condições de Vida-PCV de 1998 do Seade. Analisamos informações a partir das variáveis posse ou não de planos de saúde, quintil de renda e faixa etária. Os atributos estudados foram: utilização dos serviços, tipo de cobertura do plano, procura pelos serviços e tempo médio de espera no atendimento. A comparação com estudos de outras regiões metropolitanas do Brasil, a partir da PNAD 98 do IBGE, permite afirmar que existem disparidades intra-regionais somente detectadas em estudos de menor escala espacial - os municípios. Apesar da RMSP possuir a maior cobertura de planos de saúde no Brasil, nota-se grande heterogeneidade interna. As desigualdades na posse de planos, no acesso, tempo de espera, tipo de cobertura se manifestam claramente na análise segundo quintil de renda e faixa etária. Conforme os resultados, sugerimos o aumento da capacidade de regulação do Estado, permitindo que os princípios da universalidade e eqüidade se estabeleçam no SUS, efetivando o direito à saúde.This paper presents case study findings in five municipalities in the São Paulo Metropolitan Region. Inequalities in access to health care services and their utilization were described through advanced tabulation data from the 1998 SEADE Life Conditions Survey. The variables analyzed were: owning or not owning private health care insurance, income and age brackets. The health care service attributes studied were: health care services coverage by a health insurance plan, health services demands and average waiting time to receive health care. Compared with other studies, using the 1998 IBGE PNAD, the results allowed us to confirm

  17. Histórico e os limites da reforma agrária na contemporaneidade brasileira History and limits of the agrarian reform in the Brazilian contemporary time

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Nakatani

    2012-06-01

    Full Text Available Objetiva-se reconstituir a trajetória da questão fundiária (e agrária na experiência de maior concentração de riqueza e recursos vivenciada no âmbito do sistema capitalista, partindo-se da premissa de que a crescente desigualdade do modelo brasileiro passa necessariamente pela questão agrária. Num segundo momento, procede-se à análise dos limites atualmente colocados a qualquer possibilidade de uma Reforma Agrária ampla e estrutural, dados pelo avanço do agronegócio nos últimos dez anos, pela desmobilização política de parcela significativa da sociedade no que se refere a esta questão e pelos próprios limites estruturais da economia brasileira nos quadros da globalização financeira. O texto será dividido em seis sessões: a colonização e origens do latifúndio; b O modelo agroexportador e a ruptura incompleta; c a questão agrária e a industrialização brasileira; d a questão agrária e o agronegócio; e os limites da reforma agrária na contemporaneidade; f considerações finais.This paper aims at reconstructing the history of the land (agrarian issue considering the greatest concentration of wealth and resources in the capitalist system. The standpoint is that the growing inequality of the Brazilian model is related to the agrarian issue. Secondly, we analyze the limits ­currently placed on any possibility of a comprehensive and structural agrarian reform, due to the advancement of the agribusiness over the last ten years, the political demobilization of a significant portion of society that put this issue aside, and the limits of the Brazilian economy in the context of the financial globalization. The paper is divided into six parts: a colonization and origins of the large landed estates; b the agro-export model and the incomplete rupture; c the agrarian issue and the Brazilian industrialization; d the agrarian issue and the agribusiness; e the limits of the agrarian reform in the contemporary time; f final

  18. Melhoramento do cafeeiro: XXII - Resultados obtidos no ensaio de seleções regionais de campinas Coffee breeding: XXII - Results from the regional coffee selection trial from campinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Carvalho

    1961-01-01

    Full Text Available A. seleção de plantas matrizes e estudo de suas progênies vêm sendo realizadas em cinco localidades do Estado de São Paulo. A fim de averiguar, simultaneamente, o comportamento geral das melhores progênies nessas localidades, plantaram-se, em 1951, cinco ensaios de seleções regionais, em Campinas, Ribeirão Prêto, Pindorama, Mooca e Jaú. Aqui são apresentados e discutidos os dados referentes a Campinas. O ensaio compreende 100 progênies pertencentes aos cultivares 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo', 'Bourbon Vermelho', 'Caturra Amarelo', 'Caturra Vermelho' e 'Sumatra', havendo para cada grupo, uma ou mais testemunhas, sem seleção. A variedade typica foi tomada como testemunha geral. Analisaram-se as dados referentes ao vigor vegetativo, à altura das plantas e ao diâmetro da copa, à produção de café cereja e de beneficiado, tipos, tamanho, peso e densidade das sementes e .sintomas de deficiências de zinco e queima das folhas devido à baixa temperatura. As progênies de 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo' e 'Bourbon Vermelho', apresentaram níveis diferentes de produtividade. A produção total média das progênies do café 'Mundo Novo', no período 1954 a 1959, foi de 9,81 kg de café beneficiado por canteiro (uma cova com quatro plantas enquanto que a do 'Bourbon Amarelo', foi de 8,33 kg e, a do 'Bourbon Vermelho', de 6,39 kg. A produção média do 'Caturra Vermelho' mostrou-se semelhante à do 'Bourbon Vermelho', de 6,29 kg, enquanto a do 'Caturra Amarelo' foi maior, de 7,20 kg. A análise feita pelo contraste das médias indicou diferenças significativas a favor do grupo 'Mundo Novo'. Neste grupo tôdas as progênies selecionadas produziram mais do que a média das suas testemunhas, sem qualquer melhoramento, indicando efeito altamente significativo da seleção No grupo 'Bourbon Amarelo' 6 progênies (46% deram produção maior do que a média das testemunhas e, no 'Bourbon Vermelho', apenas 7 (13% mostraram-se mais

  19. AS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE MANUFATURADOS DE MADEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael de Azevedo Calderon

    2006-02-01

    Full Text Available O presente trabalho trata das exportações brasileiras de madeira serrada de não coníferas, laminados e compensados durante o período de 1961 a 2002. Os dados referentes aos três produtos estudados foram agregados pelo método de Fisher para que pudesse ser feita uma avaliação econométrica do mercado dos três produtos. Foram especificados modelos de oferta e demanda das exportações brasileiras e estas estimados pelo método de Mínimos Quadrados Ordinários (MQO. Os resultados foram satisfatórios e condizem com a literatura. A oferta de exportações apresentou uma resposta positiva em relação à remuneração do exportador, à produção, à utilização da capacidade instalada e à tendência, e negativo em relação à demanda interna. A demanda pelas exportações brasileiras foi positivamente influenciada pela renda mundial, índice de participação e tendência, e negativamente pelo preço relativo. A baixa elasticidade-preço da demanda encontrada pode ter implicações na conservação dos recursos florestais brasileiros, pois os exportadores poderão aumentar os preços, diminuir as quantidades e ainda terem um aumento das receitas.

  20. Evidências de imprecisão nas políticas habitacionais brasileiras: o caso de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Augusto da Cunha

    Full Text Available Resumo Após 2002, novos instrumentos e objetivos foram adicionados à política habitacional nacional, voltados para a inclusão e a equidade social ao propor a garantia de acesso à habitação para a população financeiramente mais carente. Nesse sentido, interessa ao presente estudo investigar a acurácia do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV, elucidando se os aportes estão, de fato, atingindo a população mais privada de meios físico-financeiros para adquiri-la. A bibliografia recente aponta o contrário. Presume-se, portanto, que a relação público alvo/público atingido divirja. Para tanto, lança-se mão de dados provenientes da Secretaria Nacional de Habitação (SNH e da Caixa Econômica Federal (CEF, que esmiúçam o déficit habitacional municipal e os empreendimentos destinados a saná-lo, segundo faixas de renda e localização. Os dados, por sua vez, compreendem os empreendimentos aprovados, não necessariamente executados, até 2013 no Estado de São Paulo. Opta-se por utilizá-lo como recorte territorial, haja vista que apresenta os mais significativos valores absolutos de déficit habitacional da União. Nota-se que a política habitacional brasileira é territorialmente abrangente e correlata à presença do déficit, entretanto persiste a reprodução de desigualdades de acesso à moradia por meio de critérios de renda.

  1. Propaganda negativa nas eleições presidenciais brasileiras

    OpenAIRE

    Borba, Felipe

    2015-01-01

    ResumoEste artigo tem como propósito investigar a propaganda negativa nas eleições presidenciais brasileiras. Tema de extrema relevância tendo em vista que a literatura recente vem sugerindo que o tom das campanhas tem consequências importantes para a decisão do voto, a participação política e o nível de informação dos eleitores. Entretanto, a maior parte desses estudos foi realizada para entender a realidade política dos Estados Unidos. No Brasil, apesar do crescente interesse pelos efeitos ...

  2. A Arte Transformista Brasileira: Rotas para uma genealogia decolonial

    OpenAIRE

    Bortolozzi, Remom Matheus

    2015-01-01

    Nesse trabalho aponto rotas para a investigação da arte transformista brasileira. Conectando- me ao campo epistemológico do Construcionismo Social, defendo que a construção da identidade sexuais e de gênero não pode ser isolada das trajetórias sociais pessoais – incluindo suas redes de sociabilidade, sua inserção em comunidades culturais e sua trajetória de carreira –, questiono o uso de categorias como “travesti”, “transexual”, “homossexual” e “transformista” como definidoras de identidades ...

  3. A Arte Transformista Brasileira : rotas para uma genealogia decolonial

    OpenAIRE

    Bortolozzi, Remom Matheus

    2015-01-01

    Nesse trabalho aponto rotas para a investigação da arte transformista brasileira. Conectando-me ao campo epistemológico do Construcionismo Social, defendo que a construção da identidade sexuais e de gênero não pode ser isolada das trajetórias sociais pessoais – incluindo suas redes de sociabilidade, sua inserção em comunidades culturais e sua trajetória de carreira –, questiono o uso de categorias como “travesti”, “transexual”, “homossexual” e “transformista” como definidoras de identidades e...

  4. A CIDADANIA EM QUESTÃO: organizações regionais indígenas e TICs na Pan-Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    James León Parra Monsalve

    2017-08-01

    Full Text Available As passadas mobilizações que tiveram amplo suporte na internet como as da Primavera Árabe, no Egito, ou as de Junho de 2013, no Brasil, apontam novas configurações do ato conetivo nas redes digitais. Mas, deve-se dizer que um outro espaço-tempo é experimentado nas ações organizacionais indígenas, pois elas estão inseridas numa luta secular perante a subvaloração histórica dos seus fundamentos não-modernos. Neste trabalho apresentam-se alguns dos principais resultados de uma pesquisa desenvolvida entre 2011 e 2014 com a Associação Inter-étnica de Desenvolvimento da Selva Peruana (AIDESEP, a Confederação de Povos Indígenas do Oriente, Chaco e Amazônia da Bolívia (CIDOB e a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB.   PALAVRAS-CHAVE: Organizações Indígenas Amazônicas; TICs; Cidadania.     ABSTRACT Past mobilizations that had broad support on the Internet as the Arab Spring in Egypt or June 2013 in Brazil suggest new configurations of connective act on digital networks. But it must be said that another space-time is experienced in indigenous organizational actions because they are embedded in a secular struggle against the historical undervaluation of its non-modern foundations. This paper presents some of the main results of a research conducted between 2011 and 2014 with the Inter-ethnic Association of Peruvian Rainforest Development (AIDESEP, the Confederation of Indigenous Peoples of the East, Chaco and Amazon of Bolivia (CIDOB and the Coordination of Indigenous Organizations of the Brazilian Amazon (COIAB.   KEYWORDS: Amazon Indigenous Organizations; ICT; Citizenship.     RESUMEN Las pasadas movilizaciones que tuvieron amplio soporte en internet como las de la Primavera Árabe, en Egipto, o las de Junio de 2013, en Brasil, apuntan nuevas configuraciones del acto conectivo en las redes digitales. Pero, se debe decir que otro espacio-tiempo experimentan las acciones

  5. Desigualdad salarial, demanda de trabajo calificado y modernización: lecciones del caso de Tijuana, 1987-1994

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ranjeeta Ghiara

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabajo revisa algunos de los estudios que buscan explicar la creciente dispersión salarial que acompañó la etapa inicial de re fo rmas económicas y liberalización,comprendida entre 1987 y 1994 y presenta evidencias para el caso de Tijuana. Esta investigación permite concluir que, efectivamente, hay evidencias que apuntan a que la liberalización implicó una mayor demanda de mano de obra calificada y que ésta explica parte de la desigualdad salarial. Pero el trabajo también argumenta que la evidencia no es contundente, particularmente si se introducen factores regionales al análisis. La revisión del comportamiento de la prima a la educación universitaria en el caso de Tijuana, puntal de las nuevas exportaciones, no muestra aumentos claros , lo que hace suponer que no se presentó ahí el pronosticado aumento de la demanda de trabajo calificado. Además, su comparación con la Ciudad de México confi rma las dudas surgidas respecto a la naturaleza altamente demandante de trabajo calificado de las nuevas exportaciones e inversiones. El texto sugiere, sin mayor elaboración, que parte de la explicación de la creciente desigualdad se debe encontrar en factores institucionales que mantuvieron bajos los salarios de los trabajadores con poca calificación.

  6. Participação social e desigualdades nos conselhos nacionais Social participation and inequalities within national councils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Alencar

    2013-04-01

    Full Text Available Instituições participativas têm sido descritas como elementos de mitigação de tradicionais desigualdades políticas, ampliando o acesso de atores excluídos do sistema formal. Entretanto, também têm sido alvo de críticas que apontam a reprodução de desigualdades sociais e políticas em seu interior. O presente artigo empreende investigação empírica sobre desigualdades nos conselhos nacionais. Para tanto, são analisados dados de survey com767 conselheiros nacionais, membros de 21 conselhos e 3 comissões nacionais. A análise dos dados focou nas desigualdades entre os conselheiros quanto a renda, escolaridade, gênero, raça/cor, região de residência e setor de representação. Procura identificar se, nas dimensões citadas, os conselhos incluem atores tradicionalmente excluídos do processo político. As interpretações revelam um quadro complexo no que se refere à questão das desigualdades nos conselhos nacionais. Quando observado de forma agregada, o perfil dos conselheiros nacionais indica atores que possuem renda e escolaridade substancialmente superiores à média da população. No entanto, há considerável variação entre os conselhos nacionais ligados a distintas áreas de políticas públicas. Em algumas áreas, os conselhos exibem uma composição plural, sendo mais inclusivos e criando novas oportunidades de acesso a espaços decisórios.Participatory institutions have been described as mitigating factors for traditional political inequalities, since they broaden the access of actors excluded from the formal system. However, they have also borne some criticism, with claims that social and political inequalities are reproduced within them. This paper describes an empirical research on inequalities within the national councils on public policies. For this purpose, we analyze survey data obtained from questionnaires applied to 767 board members from 21 different national councils and 3 national committees. Data

  7. Migrações e a dispersão espacial da população nas regiões de Influência das principais metrópoles Brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Lobo

    2011-06-01

    Full Text Available A segunda metade do século passado é central na análise da distribuição espacial da população brasileira. Em poucos anos, diante do processo de urbanização e industrialização do país, resultado em boa medida da dinâmica migratória interna, grande parte da população e das atividades econômicas passou a se concentrar nos principais centros urbanos, sobretudo nos grandes aglomerados metropolitanos. Contudo, desde o final da década de 1970, alguns autores já aventavam a hipótese de reversão da polarização no Brasil, tal como formulado pelos modelos aplicados nos países desenvolvidos. Afora as recorrentes controvérsias sobre o tema, que acarretaram a difusão de expressões como "reversão da polarização", "desconcentração concentrada", "desenvolvimento poligonal", entre outras, essa pesquisa tem como objetivo principal avaliar a atual magnitude da dispersão espacial da população brasileira, tendo como base as Regiões de Influência das principais metrópoles do país, conforme recorte proposto pelo IBGE. Para tanto, foram utilizadas as bases referentes aos Censos Demográficos de 1991 e 2000, que possibilitaram identificar os fluxos de população. Mesmo que os resultados não sejam conclusivos para todas as Regiões de Influência, no caso específico de São Paulo os valores para os estoques e fluxos, associados à dimensão distância, indicam a intensificação na ocupação dos espaços fora dos limites das Regiões Metropolitanas. O crescimento da emigração para a Região de Influência da metrópole paulista parece confirmar uma espécie de "dispersão polinucleada", observando-se claros sinais de expansão no interior da Região de Influência, o que sugere o fortalecimento de determinados centros regionais e um maior dinamismo da economia local.

  8. Desigualdade social e saúde no Brasil Social inequality and health in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Neri

    2002-01-01

    Full Text Available Esse artigo estuda a relação entre desigualdade social e saúde no Brasil. A estratégia usada foi avaliar as necessidades e o consumo dos serviços de saúde, bem como o acesso a seguro saúde ao longo da distribuição de renda. Adicionalmente, por meio da estimação de uma regressão logística, foram avaliados outros determinantes do consumo dos serviços de saúde, com o intuito de se conhecer aonde e quem utiliza esses serviços no país. Os dados foram extraídos da Pesquisas Nacional de Amostra por Domicilio da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística levada a campo em 1998. Em geral, observou-se que os indivíduos nos primeiros décimos da distribuição de renda têm pior acesso a seguro saúde, necessitam de maiores cuidados médicos, mas consomem menos os serviços de saúde. As outras características extra rendimento indicam que os principais determinantes para o consumo dos serviços de saúde estariam fortemente associados aos grupos sociais mais privilegiados (de maior escolaridade, acesso a seguro saúde, água, esgoto, luz, coleta de lixo e a fatores que apontam para capacidade de geração de oferta desses serviços no país.This paper studies the relationship between social inequality and health in Brazil. The strategy adopted by the authors was to analyze needs and uses of medical care as well as access to health insurance plans according to income distribution. Determinants of health care consumption were also studied by means of logistic regression. The main source of data was the 1998 National Sample Household Survey of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (PNAD-IBGE. In general, individuals in the lowest income distribution deciles had less access to health insurance, greater need for medical care, and lower consumption of such services. Other determinants of health care consumption were heavily associated with the most privileged social strata (greater access to schooling, water

  9. TRAYECTORIAS LABORALES DE LAS MUJERES ESPAÑOLAS. DISCONTINUIDAD, PRECARIEDAD Y DESIGUALDAD DE GÉNERO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Alcañiz Moscardó

    2017-01-01

    Full Text Available La participación de las mujeres españolas en el mercado laboral se ha incrementado casi 20 puntos porcentuales en los últimos 30 años. Un análisis más detallado de los datos muestra rasgos diferenciados entre la participación masculina y la femenina que aluden a una menor presencia de mujeres, una mayor discontinuidad temporal y sectorial, puestos de trabajo más precarios y, consecuentemente, una mayor posibilidad de ocupar empleos con menor responsabilidad y menor retribución, generando una desigualdad de género en el mercado de trabajo. La hipótesis que se plantea sugiere que la persistencia del patriarcado, tanto en lo micro (familia como en lo macro (mercado laboral y estado frena o ralentiza la posibilidad de alcanzar una igualdad entre mujeres y hombres. La metodología utilizada ha sido cuantitativa y cualitativa: en el primer caso se han consultado fuentes estadísticas oficiales y en el segundo caso se han analizado los discursos de 30 entrevistas semi-estructuradas a mujeres madres ocupadas. Los resultados confirman la situación de mayor precariedad de las mujeres en el mercado laboral debido a su mayor discontinuidad, temporalidad, sub-ocupación y mayor predominio de jornadas a tiempo parcial. Por otra parte, se muestra la nencia de la distribución tradicional de roles de género en las parejas mediante los discursos proporcionados por las entrevistadas y, finalmente, se referencia que la utilización de las medidas de conciliación es fundamentalmente femenina. Las conclusiones apuntan a la resistencia del patriarcado en la actual sociedad pese a los cambios acaecidos en las relaciones de género, en la legislación y en la sociedad, constatándose que la situación desigual de mujeres y hombres persiste tanto en el interior de la familia como en el mercado laboral.

  10. Mercado metropolitano de trabajo y desigualdades sociales en el Gran Santiago: ¿Una ciudad dual?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. de Mattos

    2002-12-01

    Full Text Available Los cambios estructurales en los mercados metropolitanos de trabajo bajo los procesos de reestructuración-informacionalización-globalización, se han situado como un tema central para el estudio de la transformación de las ciudades durante las últimas décadas. Desde esta perspectiva, el presente trabajo analiza los impactos que los procesos de modernización capitalista en Chile han tenido sobre su mercado de trabajo y sobre la evolución de la distribución del ingreso, y sobre esta base, observa sus efectos sobre la estructuración socio-territorial del Gran Santiago, discutiendo especialmente la pertinencia de la tesis de la dualización para este caso particular. Para ello, en una primera parte se esbozan los rasgos fundamentales de esta tesis, se analizan los fundamentos con los que ha sido presentada y las causas que se le atribuyen. En la segunda parte se revisan las principales transformaciones producidas en esta fase de modernización capitalista en Chile, y la evolución de las desigualdades sociales y la segregación urbana en el Gran Santiago a la luz de las transformaciones producidas en su mercado de trabajo. En la tercera y última parte, se plantea la discusión sobre la aplicabilidad de la tesis de la dualización al caso chilenoStructural changes in metropolitan labour markets under the process of reestructutration-informationalization-globalization, had become a central issue for the study of the transformation of the cities during the last decades. According to this perspective, this article analizes the impacts that the capitalist modernization in Chile has had on their labor market and the evolution of income distribution, and upon this base, observes their effects on socio-territorial estructuration of the Great Santiago, specially discussing the pertinence of the dualization theory for this particular case. For that, main characteristics of this theory are drawn; at the same time, the basis with that has been

  11. Desregulación parcial y desigualdad horizontal en España

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Polavieja, Javier G.

    2005-08-01

    Full Text Available This article explains why the deregulation policy implemented in Spain from 1984 onwards generated important inequalities amongst workers of equivalent productivity. To this end, the paper reviews the existing evidence on the distribution of individual labour market opportunities from 1984 to 1997, the time-period during which segmentation by type of contract was consolidated in Spain. These data are complemented with new evidence based on the 'chained' version of the Spanish Labour Force Survey. The main idea of this article is that the introduction of temporary contracts in an institutional context characterised by high dismissal costs for standard employment and a collective bargaining system that is ill-suited for an inclusive representation of interests generated two distinctive micro-level mechanisms: the so-called buffer and incentive effects. Both effects combined can account for the strong process of labour market segmentation observed in Spain between 1984 and 1997.

    En este artículo se explica cómo y por qué la política de desregulación laboral inaugurada en 1984 generó importantes desigualdades entre trabajadores de productividad equiparable. Para ello, se revisan los datos empíricos existentes sobre la distribución de oportunidades laborales entre 1984 y 1997, periodo en el que se consolida en España un mercado de estables y precarios. Dichos datos se complementan con nuevos análisis basados en la versión enlazada de la Encuesta de Población Activa. La idea central del artículo es que la introducción de los contratos temporales en un contexto institucional caracterizado por elevados costes de despido y un sistema de negociación colectiva poco inclusivo desencadena dos tipos de mecanismos que operan en el ámbito microeconómico: el efecto de incentivación y el efecto de amortiguación. Ambos efectos combinados pueden explicar el fuerte proceso de segmentación laboral observado en España entre 1984 y 1997.

  12. A ESCASSEZ DA PRESENÇA FEMININA NOS DEPARTAMENTOS DE CRIAÇÃO DAS AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE BRASILEIRAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A REPRESENTAÇÃO DE GÊNERO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniella Zarro Teixeira Silva Pinto

    2017-01-01

    Full Text Available Este artigo irá observar como a escassez da presença feminina nos departamentos de criação das agências de publicidade brasileiras se relaciona com a concepção de peças e campanhas publicitárias machistas, influenciando diretamente na disseminação de valores que reforçam a desigualdade de gênero. Por meio de pesquisa bibliográfica, documental e estudo de caso, utilizando como fonte estatísticas de organizações como 65/10, Think Eva e Instituto Patrícia Galvão, além de notícias e depoimentos veiculados em portais como Carta Capital, Folha de São Paulo, AdNews e Meio & Mensagem, discute-se as razões da dificuldade em quebrar esses padrões, enraizados na sociedade, na cultura e refletidos no ambiente de trabalho. Compreende-se que a publicidade tem poder e responsabilidade sobre a formação da opinião comum e pode se utilizar disso para reverter uma estrutura discriminatória. Porém, e antes disso, a publicidade precisa questionar sua própria estrutura, que não oferece plena abertura para a igualdade e representação.

  13. As religiões afro-brasileiras e seus seguidores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prandi, Reginaldo

    2002-01-01

    Full Text Available Na última década, muita coisa mudou no Brasil, também no âmbito das religiões. O censo de 2000 nos diz que o País está hoje menos católico, mais evangélico e menos afro-brasileiro. Velhas tendências foram confirmadas, novas direções vão se impondo. Religiões recém-criadas se enfrentam com as mais antigas, velhas religiões assumem novas formas e veiculam renovados conteúdos para enfrentar a concorrência mais acirrada no mercado religioso. Vou tratar aqui de um ramo religioso pequeno demograficamente, porém importante do ponto de vista de seu significado para a cultura brasileira e da visibilidade que transborda de seu universo de seguidores: as religiões afrobrasileiras. Trata-se de acompanhar as mudanças numéricas encontradas pelos censos para dimensionar os seguidores das religiões afro-brasileiras, e de examinar algumas de suas características, como cor e scolaridade, para então avançar, sem perder de vista as peculiaridades constitutivas e organizacionais dos cultos e terreiros, alguma explicação sobre mudanças pelas quais vêm passando essas religiões nos dias de hoje

  14. Elis Regina e a música televisual brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Rocha da Silva

    2008-11-01

    Full Text Available Este artigo discute o modo pelo qual a televisão brasileira construiu Elis Regina como ator televisivo. Parte da idéia proposta por Augusto de Campos e Caetano Veloso de que Elis foi a primeira cantora efetivamente produzida pela televisão brasileira para investigar semioticamente o que aqui se denomina mundo televisivo. Este estudo aborda, ainda, as articulações entre gêneros, subgêneros e formatos como níveis que tecem as malhas do propriamente televisivo. Palavras-chave: mundos televisivos; audiovisualidades; imagem-música; semiótica; Elis Regina Abstract Elis Regina and Brazilian televised music - This paper discusses how Brazilian television built singer Elis Regina into a television actress. Starting from the idea proposed by Augusto de Campos and Caetano Veloso that Elis was the first singer effectively produced by Brazilian television, this paper makes a semiotic investigation into what is known as the world of television. This study also discusses the articulations between genres, subgenres and formats as levels that weave the mesh of television itself. Keywords: world of television; audiovisualities; image-music; semiotics; Elis Regina

  15. Refletindo Sobre a Gestão dos Espaços Turísticos: perspectivas para as redes regionais de turismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aguinaldo Cesar Fratucci

    2010-07-01

    ; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

    Resumo

    Discutir a dimensão espacial do turismo e a sua gestão no contexto das políticas públicas direcionadas para o seu ordenamento e desenvolvimento é o principal foco do presente ensaio. Trata-se de uma reflexão teórica desenvolvida a partir da observação participante do autor nos últimos trinta anos, nos processo de desenvolvimento turístico do estado do Rio de Janeiro e do Brasil. Baseado no entendimento do turismo como fenômeno socioespacial complexo, resultado dos processos de diferentes agentes produtores, propõe o entendimento do espaço turístico a partir da categoria de territórios-redes que tendem a se ampliar para a escala regional. Questionando o descaso das políticas publicas recentes direcionadas para o ordenamento do turismo nacional, sugere a possibilidade da consolidação de redes regionais como novas instâncias de governança para tal função, desde que sejam frutos de processos endógenos, participativos e realmente democráticos que constituam num novo “espaço-tempo” favorável às deliberações democráticas.

    Palavras-chave: turismo; territórios-redes; redes regionais; políticas públicas

  16. La agregación de datos en la medición de desigualdades e inequidades en la salud de las poblaciones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Metzger Xavier

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Comparar cómo diferentes grados de agregación de datos repercuten en los resultados de la medición de desigualdades e inequidades de salud en una población y examinar su idoneidad para estudios sobre el tema. MÉTODOS: A modo de ejemplo, se calcularon las medidas más frecuentemente utilizadas para cuantificar las desigualdades e inequidades reflejadas por la tasa de mortalidad infantil en Costa Rica entre 1973 y 1984. RESULTADOS: Según los resultados obtenidos, las medidas de desigualdad presentadas (a excepción de las que se basaron en modelos de regresión no parecen ser sensibles al grado de agregación de los datos utilizados cuando las unidades objeto del estudio son grupos socioeconómicos. Por el contrario, cuando las unidades comparadas son zonas geográficas, mayores grados de desagregación de los datos redundan en medidas que indican la presencia de un mayor grado de desigualdad. CONCLUSIONES: Los resultados indican que algunas medidas generan valores muy dispares según el nivel de agregación utilizado, por lo que se demuestra la importancia de elegir tanto las medidas como la agregación que sean adecuadas a la luz de los objetivos de cada estudio.

  17. Inmigración y salud: desigualdades entre la población autóctona e inmigrante en el País Vasco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elena Rodríguez Álvarez

    2014-07-01

    Conclusiones: Los resultados muestran la necesidad de seguir monitorizando las desigualdades sociales y en salud entre la población autóctona e inmigrante en España, así como de apoyar aquellas políticas sociales que mejoren las condiciones de vida de la población inmigrante.

  18. Health and inequality: institutions and public policies in the 21st century Salud y desigualdad: instituciones y políticas públicas en el siglo XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Giovanella

    2002-06-01

    Full Text Available Este trabajo informa acerca del contenido del seminario "Salud y desigualdad: instituciones y políticas públicas en el siglo XXI", patrocinado por la Escuela Nacional de Salud Pública de Brasil/Fundación Oswaldo Cruz y la Organización Panamericana de la Salud, que tuvo lugar del 29 de noviembre al 1 de diciembre de 2001 en Rio de Janeiro, Brasil. El seminario constó de dos discursos que proporcionaron una perspectiva general de las desigualdades sanitarias en América Latina y de las políticas recientes destinadas a reducir estas desigualdades, de una mesa redonda que analizó las investigaciones sobre las raíces sociales de la pobreza en Brasil, y de tres talleres, el primero de los cuales trató de la pobreza, las desigualdades sociales y la equidad en el campo de la salud. Los participantes presentaron un análisis detallado de las vulnerabilidades de los grupos sociales y de las innovaciones en las políticas para combatir la pobreza y reducir las desigualdades sociales y sanitarias. El segundo taller, titulado "Instituciones, políticas, cultura y desigualdad", se centró en la influencia de las tradiciones culturales y políticas latinoamericanas en las instituciones y en la magnitud de la pobreza y la desigualdad. Se estudiaron nuevas iniciativas para aumentar la participación comunitaria en la vigilancia y gestión de las políticas públicas, fortaleciendo así la democracia. El tercer taller exploró las perpectivas de las políticas públicas para desarrollar la equidad en el campo de la salud. Se revisaron las repercusiones de las reformas de los sistemas de salud de América Latina en el acceso a los servicios y se compararon los planes de aseguramiento adoptados en Brasil, Chile, y Colombia. Los tres talleres proporcionaron una lista de temas para posibles proyectos de investigación conjunta entre los patrocinadores del seminario y otras instituciones. Los participantes del seminario concluyeron que los investigadores y

  19. La desigualdad salarial de género medida por regresión cuantílica: el impacto del capital humano, cultural y social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alan Araújo Freitas

    2015-01-01

    Full Text Available La desigualdad salarial media entre hombres y mujeres es un fenómeno conocido por la literatura nacional e internacional. Sin embargo, la desigualdad salarial de género en la distribución del ingreso es menos conocida en Brasil. El objetivo central de este estudio es medir la desigualdad de ingresos de los individuos en el mercado de trabajo, a partir de algunas condicionantes visibles a lo largo de la curva de distribución de los salarios entre hombres y mujeres: el capital humano, la integración en el trabajo, el capital social, el capital cultural y el estado civil. Las siguientes preguntas guían el estudio: ¿En qué medida un mayor nivel educativo alcanzado por las mujeres fue capaz de reducir la brecha salarial por género? ¿Es posible argumentar que a medida que avanzamos en la estructura salarial, la diferencia entre los sexos tiende a aumentar? Para responder a las preguntas planteadas, se utilizó el banco de datos del Instituto Milenio 2008. Los resultados mostraron que mantenidos los atributos intervinientes constantes, las mujeres ganaban en promedio 54% del salario de los hombres. Esta desigualdad salarial de género es prácticamente la misma desde hace cincuenta años, estimada entonces en 60%. El último percentil del ingreso salarial mostró una mayor desigualdad de género. En el percentil 99, el salario de las mujeres es 44% del que reciben los hombres.

  20. Carga mental en la mujer trabajadora: desigualdad de género y prevalencia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.ª Carmen Fernández Felipe

    2015-03-01

    Full Text Available Introducción: La igualdad de género hay sido una preocupación introducida en los últimos años por instituciones tanto internacionales como nacionales. La cuestión de igualdad afecta también al ámbito laboral tanto en lo que se refiere a la distribución del trabajo como a la exposición a riesgos psicosociales, principalmente en economías basadas en la información y conocimiento. Los objetivos de este estudio se dirigen a identificar, entre la población trabajadora española, situaciones de desigualdad entre géneros en lo que se refiere a los diferentes componentes de la carga mental y estimar su prevalencia. Material y métodos: Se realizó un estudio observacional de tipo transversal a partir de los datos recogidos de la «VII Encuesta Nacional de Condiciones del Trabajo» con una muestra de 8.892 trabajadores. Los datos se analizaron de forma bivariante utilizándose el test de Chi-Cuadrado para las variables cualitativas y el t-test para muestras independientes en el caso de variables cuantitativas. La significación se consideró con p < 0,05. Con el objeto de analizar la influencia de distintos factores potencialmente relacionados con componentes de la carga mental y su interacción, se realizó un análisis de regresión logística binaria con el método de inclusión retroceder por paso (Wald. Resultados: Los hombres manifiestan sufrir una menor carga mental que la mujer en relación con el ritmo de trabajo, OR = 0,89 (0,8-0.9, la prevalencia de un «Alto ritmo de trabajo» fue de (0,65‰ en mujeres con respecto a un 0,63‰ en hombres. Los hombres refirieron una menor carga mental por «exceso de trabajo» con respecto a las mujeres OR = 0,9 (0,8-1,0. Las mujeres con mayor frecuencia que el hombre se encuentran fatigadas por una sobrecarga de trabajo (0,37‰ 0,35‰ respectivamente. Conclusiones: Estos resultados no corroboran nuestra hipótesis inicial de que la mujer está expuesta a una mayor carga mental que el hombre

  1. Ciclos econômicos na agricultura Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Bragagnolo

    2013-06-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo analisar o papel dos choques de produtividade para a agricultura brasileira. Os choques de produtividade foram subdivididos em dois tipos, choques de produtividade advindos de avanços tecnológicos e choques não tecnológicos, devidos a variações climáticas. O referencial teórico tem como base um modelo de Small Open Economy fundamentado na teoria RBC. Na estimação do modelo fez-se uso de econometria bayesiana. Os resultados demonstram que um maior grau de endividamento do setor agrícola geraria um estoque de capital superior, o que poderia ter potencializado os choques de produtividade e melhorado o desempenho econômico da agricultura.

  2. O Corpo Queer Como "Imagem-Mentira" na Telenovela Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Ribeiro Pinto Bravo

    2016-12-01

    Full Text Available Este artigo tem o objetivo de propor a materialidade do corpo queer como um produto estilizado pela telenovela brasileira, justamente, por este corpo pertencer a um processo de montagem que prioriza na imagem a evidência de certa ausência. Dessa forma, a representação do corpo queer é um elemento visual de uma montagem ideológica coerente. Portanto, é preciso analisar as estruturas textuais televisivas, os aportes teóricos queer e as próprias definições de montagem e ausência. A partir do conceito de “Imagem-Mentira” de Didi-Huberman, nomes como John Fiske, John Hartley, Judith Butler, Michel Foucault e Jacques Rancière servirão de base teórica para a discussão.

  3. XXIV CNC: Um marco na Criminalística Brasileira

    OpenAIRE

    Bruno Telles; Claudemir Rodrigues Dias Filho; Juliano de Andrade Gomes; Rogério Tocantins

    2017-01-01

    No editorial do primeiro número da RBC deste ano (volume 6, número 1), celebramos a sétima década da Associação Brasileira de Criminalística (ABC), mencionando que as comemorações ocorreriam por ocasião do XXIV Congresso Nacional de Criminalística, em Florianópolis/SC. A RBC, por meio de seu corpo editorial, não apenas apoiou o evento como também patrocinou a premiação dos melhores trabalhos apresentados. Porém, quando rascunhado aquele primeiro editorial do ano, não se imaginava a proporção ...

  4. La reforma tributaria de 2013: los problemas de la Hacienda pública y la desigualdad en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Unda Gutiérrez

    2015-01-01

    Full Text Available En este artículo, se analiza la propuesta del Ejecutivo respecto a la reforma tributaria de 2013, lo aprobado por el Legislativo y los decretos del Ejecutivo posteriores a la aprobación en el Congreso. Se discuten los alcances de la reforma tributaria en términos del nivel de recaudación y de progresividad desde una perspectiva histórica, y se abordan algunos de los problemas del sistema tributario que quedaron pendientes. Se sugiere que una reforma de gran calado debe recaudar más a través de impuestos progresivos que disminuyan la desigualdad, debe reducir la porosidad del sistema tributario y debe hacer a la Secretaría de Hacienda una institución más transparente.

  5. Os países desenvolvidos e a desigualdade econômica The developed countries and economic inequality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Salvadori Dedecca

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste ensaio é explorar o tema da desigualdade econômica a partir das distribuições de renda disponível e de patrimônio nos países desenvolvidos e, de modo mais detalhado, nos Estados Unidos. A análise explora o aumento da desigualdade enquanto resultado das transformações da sociedade capitalista ocorridas nos últimos quase 40 anos, que provocaram uma desvalorização dos salários acompanhada de uma maior financeirização da renda associada à dinâmica da riqueza, isto é, do patrimônio detido por certas parcelas das populações desses países. Ele adota uma perspectiva de análise de natureza estrutural, entendendo que o aumento da desigualdade que a crise atual poderá carregar deve ser visto como parte do processo de sua ampliação produzida pelas transformações ocorridas na sociedade capitalista desenvolvida ao longo dos últimos quase 40 anos. Nestes últimos 40 anos, o capitalismo desenvolvido conheceu um processo de sistemática reorganização econômica, social e política de suas estruturas produtivas, das instituições de representação e regulação e da dinâmica da acumulação de capital. A desigualdade deve ser entendida como transformação, que teve a financeirização como instrumento relevante para a modificação da distribuição de renda.This essay debates the theme of economic inequality from the distribution of disposable income and wealth in developed countries and especially in the United States. The analysis explores the increase in inequality as a result of the transformation of capitalist society have occurred over the past forty years, which led to a devaluation of wages accompanied by greater financialization of income linked to the dynamics of wealth, i.e. the assets held by certain portions of the populations these countries. It adopts an analytical perspective of structural nature, meaning that the increase in inequality that can load the current crisis should be seen as part of

  6. Desmitificando la violencia e inseguridad en relación a la pobreza y la desigualdad. El caso de Paraguay

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Patricia Cerna

    2017-10-01

    Full Text Available La violencia e inseguridad en Paraguay guardan relación con delitos a la propiedad privada. La nación guaraní es un territorio pacífico con algunas demarcaciones violentas. En esta investigación se presenta un panorama comparativo de las zonas más y menos conflictivas pretendiendo, así, desmitificar la violencia y dejar de relacionarla con la escasez de recursos y la desigualdad, para tomar otros factores explicativos como la corrupción, la existencia de mercados ilegales, la relación entre política y narcotráfico, la criminalización de la pobreza y el fracaso del sistema penitenciario.

  7. LOS MÉTODOS CUALITATIVOS DE INVESTIGACIÓN Y LA CONSTRUCCIÓN SOCIAL DEL CONOCIMIENTO SOBRE LA DESIGUALDAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Arzate Salgado

    2007-04-01

    Full Text Available El artículo considera que las desigualdades son una de las principales coordenadas que construyen lo social en sus esferas económica, mundo de vida y política, por lo que los acercamientos metodológicos y técnicos cualitativos contribuyen a realizar incursiones en el mundo de vida de manera transversal utilizando el principio de reflexibilidad, entendida como actitud de acercamiento y sensibilidad que se caracteriza por un repensar éticopolítico de la realidad y de lo Otro como espejo humano de sí mismo, al mismo tiempo ayudan a pensar en forma crítica el cómo desde los individuos y actores sociales se construye y viven socialmente el riesgo, la precariedad, la violencia, la inequidad social y la carencia económica.

  8. Finanzas públicas y desigualdad fiscal en los municipios de Boyacá, 1985-2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Plinio Atanael Guerrero Guerrero

    2014-06-01

    Full Text Available La desigualdad de los ingresos fiscales per cápita de los municipios y provincias del departamento de Boyacá y su evolución, es analizada utilizando tres indicadores (Gini, Theil y coeficiente sigma, para acercarse a la explicación de la contribución del proceso de descentralización fiscal en la reducción de las disparidades intermunicipales y provinciales. De los resultados obtenidos, se deduce que en materia fiscal hay un proceso de convergencia, además, al contrastarlos con indicadores como el NBI, el porcentaje de población en situación de pobreza y el Gini de gastos por municipio, en 1993 y 2005, estos últimos presentan disminuciones importantes que en cierta forma corroboran la mejora en los indicadores de equidad.

  9. Representaciones de la pobreza y la desigualdad social en la narrativa costarricense de la Generación del 40

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruth Cubillo Paniagua

    2016-01-01

    Full Text Available En este artículo se analizan las representaciones de la pobreza y la desigualdad social en los textos narrativos (en particular las novelas producidos por una parte de la llamada Generación del 40: aquella que se interesa por representar en su literatura una perspectiva social y realista. Así pues, se analizan algunas novelas de tres destacados narradores ubicados por la historiografía literaria en esta generación: Adolfo Herrera García, con su novela Juan Varela; Carlos Luis Fallas, con sus novelas Mamita Yunai, Gentes y gentecillas y Marcos Ramírez; y Fabián Dobles, con sus novelas Ese que llaman pueblo y El sitio de las abras.

  10. Sobre el uso de las desigualdades variacionales para el cálculo del problema de complementariedad no lineal.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedreira Andrade, Luis P.

    2003-01-01

    Full Text Available El nacimiento de los problemas de complementariedad no lineal (NCP y de los problemas de desigualdades variacionales (VIP fuertemente ligados a la programación matemática ha dado lugar a numerosos esfuerzos investigadores orientados a resolverlos. En los últimos años ha resultado de vital importancia para la resolución de los VIP el uso de funciones D-gap para reformular el problema como uno de optimización diferenciable sin restricciones. Este artículo pretende ser una presentación de la aplicabilidad de la función D-gap a los NCP con algoritmos recogidos de la literatura, así como un punto de partida para investigaciones que reduzcan las hipótesis para este caso particular.

  11. Panorama da estrutura presidiária brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata de Oliveira Cartaxo

    2013-06-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever, a partir do Sistema Integrado de Informações Penitenciárias – Infopen, aspectos da estrutura prisional nacional, características dos apenados e perfil dos profissionais existentes para garantir o preceito constitucional de assistência à saúde. Métodos: Estudo descritivo, de base documental, realizado a partir de dados secundários disponíveis no Sistema Integrado de Informações Penitenciárias, no qual analisaram-se a estrutura carcerária brasileira, o perfil do apenado no que tange a características pessoais e do crime cometido, e os profissionais envolvidos na assistência à saúde. Resultados: Constata-se que existem 298.275 vagas, ocupadas por 496.251 presos nos 1.857 estabelecimentos penais. No tocante ao perfil dos presos, verifica-se que 92,3% (461.444 são do sexo masculino, na faixa etária entre 18 e 24 anos (25,6% - 126.929, da cor parda (36,7% - 82.354, comensino fundamental incompleto (40,7% - 201.938, que cometeram, principalmente, o crime de tráfico de entorpecentes (23,5% - 100.648. Quanto à composição da equipe de assistência à saúde, evidencia-se um total de 5.132 profissionais registrados no sistema. Conclusão: Constata-se, a partir do sistema integrado de informações penitenciárias, que a estrutura carcerária brasileira se caracteriza por apresentar um déficit de vagas, ocasionada pelasuperlotação e/ou saturação dos estabelecimentos existentes, o que dificulta, em especial, a garantia do atendimento às necessidades de saúde dos apenados.

  12. La salud y sus determinantes sociales. Desigualdades y exclusión en la sociedad del siglo XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Palomino Moral, Pedro A.

    2014-06-01

    Full Text Available The health concept has undergone a process of constant revision. From the mid-twentieth century it has taken place a shift from the search for the causes of the disease focused on the individual to the emergence of health social determinants that are the main modulators of the health and disease processes. Today we know that health and quality of life are a social result directly related to the conditions of people´s life and way of life. In this sense it has been made significant efforts to understand how they interact with the social determinants and how health outcomes occur. We analyzed the contributions that have succeeded in highlighting the main factors of social inequalities including an analysis of inequalities in women’s health, vulnerability and risk of exclusion.El concepto de salud ha experimentado un proceso de revisión constante. Desde mediados del siglo XX se ha producido un desplazamiento desde la búsqueda de las causas de la enfermedad centradas en el individuo a la aparición de los determinantes sociales, los principales moduladores del fenómeno salud y la enfermedad. Hoy sabemos que la salud y la calidad de vida son un resultado social directamente relacionado con las condiciones generales de la vida de las personas y con la forma de vivir; en este sentido se han hecho notables esfuerzos en las últimas décadas para comprender cómo interactúan los determinantes sociales y se producen los resultados en salud. Analizamos las aportaciones que han conseguido poner de manifiesto los principales factores generadores de las desigualdades sociales incluyendo un análisis de las desigualdades en salud de las mujeres, la vulnerabilidad y el riesgo de exclusión.

  13. POLÍTICAS DE BIENESTAR SOCIAL Y DESIGUALDADES EN SALUD. VERDADES PRECONCEBIDAS EN LA INVESTIGACIÓN CIENTÍFICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Regidor

    2016-01-01

    Full Text Available Al final de la primera década de la presente centuria aparecieron algunos debates en epidemiología social que enfrentaron a quienes defendían la existencia de una relación entre las tradiciones políticas y/o modelos del Estado del Bienestar con la magnitud de las desigualdades socioeconómicas en el estado de salud con quienes defendían que los hechos no apoyaban tal relación. Dichos debates son similares a los que surgieron en los años noventa acerca de las teorías de producción de las enfermedades y los factores que determinan su distribución en la población. Mientras que algunos autores consideran imposible separar los aspectos éticos y políticos y los valores profesionales de los argumentos científicos, otros consideran que los epidemiólogos y demás científicos deben hacer un esfuerzo para distinguir entre las consideraciones científicas y las que no lo son. En este trabajo se reflexiona acerca de la armonía que mantienen la ciencia, la política y la ética en la práctica científica sobre las desigualdades en salud, a pesar de que la experiencia empírica es contraria a ese conjunto armónico.

  14. Prevalence of sport injuries during the 53th Regional Games in Franca (SP, Brazil Prevalência de lesões esportivas durante os 53os Jogos Regionais em Franca (SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Veiga Quemelo

    2012-09-01

    Full Text Available The purpose of this study was to perform a survey about the prevalence, type and location of the injuries occurred in athletes of different modalities during the 53th Regional Games held in 2009. A total of 182 injured athletes being treated at the physical therapy clinic were included. Physical Therapy evaluation was performed to determine the anatomic location and type of injury, as well the sport modality. The results showed that mean age, height, weight and BMI were 23 years (±5.9, 1.73 m (±0.11, 71 kg (±14.22 and 24 kg/m² (±4 respectively. Proportionality to the number of athletes, handball athletes presented with higher number of injuries (4.25%, followed by indoor soccer players (3.7%, basketball (2.48%, volleyball (1.72% and soccer (1.63%. The most common type of injury were sprains with 29.7% of cases (n=54 and mostly from soccer players; followed by contracture - 26.9% (n=49, mostly from basketball players; and contusion -25.8% (n=47, mostly from handball and indoor soccer players. The type of injury showed a significant association with the sports modality (p=0.0016. The lower limbs accounted for 71.4% of all injuries including knee (23.1%, ankle (18.1%, thigh (17.0%, leg (10.4% and spine (9.9%. Preventive actions to avoid athletes' injury should be implemented in order to reduce the number of injuries in sports competitions such as in the Regional Games.O objetivo do presente estudo foi investigar a prevalência, tipo e localização anatômica das lesões nos atletas durante os 53os Jogos Regionais de 2009. No total, 182 atletas participaram do estudo. A avaliação fisioterápica incluiu dados como local e tipo de lesão e modalidade esportiva. Os resultados mostraram que a média de idade, altura, peso e IMC foram respectivamente 23 anos (±5,9, 1,73 m (±0,11, 71 kg (±14,22 e 24 kg/m² (±4. Proporcionalmente ao número de atletas, o handball foi a modalidade esportiva que apresentou maior número de lesões (4

  15. Folclore e nacionalidade na Literatura Brasileira do século XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Betioli Ribeiro

    2006-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo apresentar um breve mapeamento dos principais aspectos e autores que integraram as discussões sobre o folclore como elemento nacionalista da literatura brasileira do século XIX.

  16. O Efeito da convergência brasileira às IFRS no gerenciamento de resultados das empresas abertas brasileiras não financeiras

    OpenAIRE

    Marta Cristina Pelucio Grecco

    2013-01-01

    O objetivo geral deste trabalho foi avaliar se as mudanças nas práticas contábeis trouxeram redução no gerenciamento de resultados das empresas abertas brasileiras não financeiras, ocasionando uma melhoria na qualidade da informação contábil. Foi utilizada uma amostra composta por companhias abertas brasileiras não financeiras (361 empresas). Os dados foram coletados no sítio da CVM ou no sítio das próprias empresas, quando necessário. Para mensurar o gerenciamento de resultado...

  17. Dinheiro no Brasil: um estudo comparativo do significado do dinheiro entre as regiões geográficas brasileiras Money in Brazil: a comparative study about the meaning of money among Brazilian geographic regions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice da Silva Moreira

    2002-07-01

    Full Text Available Este estudo comparou o significado do dinheiro predominante nas regiões brasileiras usando a Escala de Significado do Dinheiro (ESD, composta pelos componentes Desigualdade, Progresso, Cultura, Poder, Desapego, Conflito, Estabilidade, Sofrimento e Prazer. O estudo foi conduzido com amostra de 760 sujeitos, 60% mulheres, com idades, ocupações e renda variadas, e mais de cinco anos de residência no local. Os resultados indicaram diferenças significativas em todos os componentes, exceto Prazer e Sofrimento, e padrões diferenciados: maior Estabilidade no Norte, maior Conflito e Desapego no Nordeste, menor Estabilidade e Poder no Distrito Federal, menor Conflito e Poder no Sul, e no Sudeste, maior Poder, Desigualdade, Cultura, Prazer e Sofrimento e menor Desapego. Exame separado da região Sudeste indicou maior diversidade interna do que entre as regiões do país. Estes resultados são discutidos a partir de diferenças histórico-culturais e estereótipos, indicando a sensibilidade da ESD para discriminar perfis de significado do dinheiro.This study compared the meaning of money that prevail in Brazilian Regions using the Money Meaning Scale (MMS, composed by Inequality, Culture, Power, Progress, Detachment, Conflict, Stability, Pain and Pleasure Factors. The study was carried out with a sample of 760 subjects, 60% women, with varied ages, occupation and income, and more than five years living in the place. Results indicated significant differences in all components, except Pleasure and Pain, and differential patterns: higher Stability in the North, higher Conflict and Detachment in the Northeast, lower Stability and Power in the Federal District, lower Power and Conflict in the South, and in the Southeast higher Power, Inequality, Culture, Pleasure and Pain, and lower Detachment. A separated exam of the Southeast showed a higher internal diversity than among Brazilian Regions. These results are discussed considering historic-cultural aspects

  18. Sistemas públicos de ensino fundamental e a perpetuação da desigualdade: democracia e qualidade educacional como promotoras de justiça social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Túlio Aniceto França

    2012-12-01

    Full Text Available A educação restringe/amplia as oportunidades econômicas do indivíduo durante seu ciclo de vida. O sistema educacional de um país ou região tem papel fundamental na geração de igualdade de oportunidades. O artigo investiga os sistemas de ensino público (municipal e estadual no Brasil e sua relação com a desigualdade. Os entes federados mais desiguais têm sistemas educacionais menos eficazes em prover ensino de qualidade, contudo, um maior nível de democracia aumenta esta eficácia. As desigualdades de riqueza, cor e nível sociocultural da família afetam o desempenho do indivíduo, independentemente da qualidade escolar, o que justifica políticas focalizadas que promovam igualdade de oportunidade por meio da educação.

  19. Hydrogels in Brazilian Agriculture = Hidrogel na agricultura brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Luiz Lopes Monteiro Neto

    2017-10-01

    Full Text Available The rational use of water is essentual as it is a finite resource. Consequerntly, studies of methids that minimize water use water are essential. As a result, agricultural hydrogels have been extensively tested in as a means of promoting agriculture improvements because of their water- and nutriente-retention characteristics. However, even though hydrogels are used in several sectors of Brazilian agriculture, there are still very few studies on their applications, the best methods and the quantities to be used. Consequently, there is a need for research into the applicability of this technology in Brazil, so that future research needs can be identified and appropriate decisions made at the production level. Therefore, the aim of this study was to collate currently available information on the applicability of agricultural hydrogels in Brazilian agriculture. Over the last decade, forestry is the sector in Brazil that has most studied and used hydrogels, but others such as fruit- and coffeegrowing have also been involved. The method of applying the polymer in granules directly mixed-in with growth substrates is the most used in the production of seedlings. However, use of hydrated gel at planting sites has also been explored. While synthetic hydrogels are most commonly used, those made of natural materials have great potential due to the low preparation costs and their in-soil biodegradability. The quantities of hydrogel used vary according to the target species, application method and objective. = A utilização racional da água faz-se necessária uma vez que esse recurso é finito, assim, estudos sobre a produção e minimização do uso da água são essenciais. A partir disso, os hidrogéis agrícolas vêm sendo amplamente testados na agricultura por promoverem benfeitorias às plantas pelas suas características de retenção de água e nutrientes. No entanto, mesmo sendo utilizados em diversos ramos da agricultura brasileira, estudos quanto

  20. Uso de medicamentos por gestantes em seis cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mengue Sotero S

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os medicamentos utilizados por gestantes que fizeram o pré-natal em serviços do SUS (Sistema Único de Saúde em cidades brasileiras. MÉTODOS: Utilizando-se um questionário estruturado, foram entrevistadas 5.564 gestantes entre a 21ª e a 28ª semanas de gravidez, que se apresentaram para consulta em serviço de pré-natal do SUS em seis grandes cidades brasileiras. As perguntas foram agrupadas em "uso orientado" para dor, cólica, enjôo, tosse e outros e em "medicamento orientado" para vitamina, ferro e flúor. Foi adotada a classificação de risco do FDA (Food and Drug Administration, entre 1991 e 1995. RESULTADOS: Do total de 5.564, 4.614 (83,8% das gestantes usaram pelo menos um medicamento durante a gestação, somando 9.556 medicamentos. Os medicamentos mais utilizados foram as vitaminas associadas a antianêmicos (33,5%, os medicamentos que atuam sobre o aparelho digestivo (31,3%, os analgésicos/antiinflamatórios (22,2%, os antianêmicos (19,8% e os antimicrobianos (11,1%. Quanto à classificação de risco para a gestação, 3.243 (34,0% foram incluídos na categoria A, 1.923 (22,6% na categoria B, 3.798 (39,7% na categoria C, 289 (3,0% na categoria D e 55 (0,6% na categoria X. CONCLUSÕES: Foram observadas grandes variações quanto ao uso de medicamentos, principalmente antianêmicos e vitaminas associadas a antianêmicos, entre as várias cidades estudadas, mostrando a ausência de um padrão nacional quanto ao uso desses medicamentos na gestação. Para uma proporção de 12,9% dos medicamentos utilizados, não foi localizada qualquer informação na literatura sobre a segurança para o uso durante a gestação. Essa proporção, somada aos 26,9% dos medicamentos classificados no grupo "C", mostra que 40% do uso de medicamentos na gestação são feitos sem bases definidas de segurança. Entretanto, medicamentos claramente contra-indicados durante a gestação corresponderam a apenas 3% dos 9

  1. El pluralismo y la desigualdad educativa en México. La teoría de la justicia de Michael Walzer

    OpenAIRE

    Aguilar-Sahagún, Luis A.

    2003-01-01

    El presente estudio intenta ofrecer elementos de una teoría sobre la justicia que ilumine los graves problemas de la desigualdad educativa en México. Se trata de la propuesta del filósofo estadunidense Michael Walzer, quien con su obra "Esferas de la justicia. Defensas del pluralismo y la igualdad" ha abierto un horizonte que ha fecundado la discusión sobre este concepto en el contexto del llamado debate liberalismo- comunitarismo.

  2. Desigualdades en mortalidad relacionadas con características socioeconómicas en el departamento del Huila, Colombia, 2009-2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos A. Montalvo-Arce

    2017-09-01

    Full Text Available Objetivo: determinar las desigualdades en la mortalidad por causas específicas relacionadas con características socioeconómicas, en municipios del Huila 2009-2013. Métodos: estudio ecológico que comparó las mortalidades por Infección Respiratoria Aguda, cáncer de estómago, enfermedades hipertensivas y cerebrovasculares, accidentes de tránsito, homicidio, diabetes y mortalidad en niñez, con base en su situación socioeconómica, según las variables socioeconómicas Cobertura en Educación Media, NBI, Ruralidad, Suficiencia Económica, Valor Agregado Municipal y el Índice de Calidad del Agua en los 37 municipios del Huila. Se calcularon tasas ajustadas por edad con el método directo y medición de desigualdades confrontando las variables descritas, usando medidas basadas en rango, regresión y desproporcionalidad, usando el software Epidat 4.0. Resultados: en la mortalidad por cáncer gástrico, por enfermedades hipertensivas y en la mortalidad en niñez se identificó constante desigualdad frente a las variables socioeconómicas evaluadas, en contra de los municipios menos favorecidos. En la mortalidad por infecciones respiratorias agudas y homicidios, se observaron mayores tasas en los municipios con mejores condiciones socioeconómicas. Conclusiones: existe gran variabilidad entre las condiciones socioeconómicas de los municipios y entre las mortalidades por los eventos evaluados, observando aceptable correlación entre las diferentes medidas de desigualdades utilizadas.

  3. Remesas y Migración Internacional en América Latina: Simulación de los Efectos en la Pobreza y la Desigualdad

    OpenAIRE

    Battistón, Diego

    2010-01-01

    Este trabajo realiza un estudio comparativo del impacto de las remesas y la migración internacional sobre la pobreza y la desigualdad en cuatro países latinoamericanos con importantes procesos migratorios (Ecuador, El Salvador, Honduras y Nicaragua). A partir de encuestas de hogares se estiman los cambios producidos sobre estas dos dimensiones utilizando diferentes microsimulaciones. La metodología utilizada también permite descomponer los cambios totales en efectos directos e indirectos. Los...

  4. Desigualdades en inactividad física según el nivel de estudios en España, en 1987 y 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clara Maestre-Miquel

    2014-12-01

    Conclusiones: La prevalencia de inactividad física descendió entre 1987 y 2007, y los mayores descensos fueron en sujetos con estudios universitarios. La brecha de las diferencias en prevalencias y OR de inactividad física en tiempo libre, ha aumentado con el tiempo. Parece necesario contribuir, desde estrategias de Educación para la Salud y promoción de la equidad, a la reducción de las desigualdades en conductas de riesgo.

  5. Nuevas oportunidades como experiencia. Jóvenes y desigualdad en el caso del Plan FinEs2 en el Gran La Plata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Laura Crego

    2015-12-01

    Full Text Available Este artículo tiene como objetivo abordar la articulación de tres dimensiones de la desigualdad social —segregación urbana, segregación educativa y segmentación del mercado de trabajo— que configuran las posiciones desiguales de los jóvenes estudiantes del Plan FinEs2 en el espacio social. Al mismo tiempo, nos proponemos esbozar algunas líneas de análisis para el abordaje de las repercusiones de dicha experiencia en las trayectorias de los jóvenes. Para ello, desde una perspectiva cualitativa, trabajamos con entrevistas en profundidad a jóvenes estudiantes y a docentes del Plan FinEs2 en el Gran La Plata durante el período 2013-2014. Como resultado pudimos observar que la segregación urbana presenta profundas cercanías con las desigualdades en el mercado de trabajo y en el sistema educativo. Estas dimensiones de la desigualdad se encadenan, se combinan y se potencian en un proceso en el que las desventajas se acumulan y dan como resultado signos de la desigualdad social y su reproducción. Sin embargo, dimos cuenta de cuatro movimientos que el recorrido de la experiencia habilita: posiciones frente a las situaciones de aprendizaje, reconocimiento de la posibilidad de complementar actividades laborales y de formación, cambios en las posiciones en sus dinámicas familiares y en espacios de trabajo y significaciones en torno al título secundario

  6. Desigualdades en el daño en salud. Evidencia en menores de 5 años residentes en municipios del centro sur de Chile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Fuenzalida Díaz

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMEN El objetivo es evaluar el comportamiento de las desigualdades presentes en el daño en salud de la población en su lugar de residencia. Se trata de un estudio ecológico longitudinal, no experimental, que utiliza los registros oficiales de admisión hospitalaria para enfermedades respiratorias en menores de cinco años. La identificación de grupos socioeconómico (GSE se obtiene utilizando categorías de beneficiarios del sistema de salud chileno. La desigualdad se evalúa por medio de tres medidas: la tasa específica de admisión hospitalaria, la Razón de Tasas de los grupos de menores ingresos en comparación al de ingreso económico más alto, y la gradiente de desigualdad. Los resultados muestran desigualdad e inequidad en el daño en la salud de los residentes en todos los municipios bajo estudio. El riesgo de enfermar y requerir cuidados hospitalarios, aumenta a medida que disminuye el GSE. ABSTRACT The objective is to evaluate the behavior of inequalities present in health damage of the population in their place of residence. It is an ecological longitudinal non-experimental study using records of hospital admissions for respiratory diseases in children under five years. The identification of socio-economic groups (GSE is obtained using categories of beneficiaries of the Chilean health system. Inequality is evaluated by three measures: the specific rate of hospital admission, the rate ratio for lower income groups compared to the highest income and inequality gradient. The results show inequality and inequity in damage to the health of residents in all municipalities under study. The risk of becoming ill and require hospital care increases with decreasing the GSE.

  7. SERVIÇOS PÚBLICOS DE SANEAMENTO BÁSICO EM SALVADOR-BA: ESTUDO SOBRE AS DESIGUALDADES DE ACESSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Campos Borja

    2015-11-01

    Full Text Available O artigo discute a desigualdade no acesso aos serviços públicos de saneamento básico na cidade de Salvador-BA frente aos investimentos realizados nas últimas décadas. Para isso, foram utilizados dados do Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE e do Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento (SNIS.  Para o estudo foram selecionadas variáveis sociais (escolaridade, etnia e renda visando investigar os avanços do acesso aos serviços, frente a estas variáveis. No estudo considerou-se que a desigualdade é fruto de uma realidade estrutural das sociedades capitalistas, sendo que o acesso aos serviços públicos de saneamento básico é um dos indicadores capazes de revelar processos excludentes próprios de uma sociedade guiada pela produção e circulação de mercadoria para produção de valor. O estudo revelou a desigualdade no acesso aos serviços públicos de saneamento básico em Salvador, constatando-se a existência de relações estatísticas significantes (p

  8. Legitimación y crítica a la desigualdad: una aproximación pragmática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Guzmán

    2017-01-01

    Full Text Available En el marco de una sociología pragmática, este artículo presenta los resultados de una investigación llevada a cabo en Chile en un contexto caracterizado por un incremento del debate público acerca de las desigualdades sociales y su crítica de parte de las personas comunes y corrientes. Usando una metodología de juegos de clasificaciones de naipes, buscamos entender cómo las personas describen la sociedad, sus jerarquías, los grupos que la integran y con base en qué argumentos justifican las desigualdades o las critican. Analizamos los principios y valores que ordenan las representaciones de la sociedad chilena, además de centrarnos en las dinámicas de clase y género que alimentan las clasificaciones. Este ejercicio permite mostrar que la crítica social y legitimación de las desigualdades pueden operar simultáneamente, aunque en planos distintos.

  9. Intervenções em saúde pública e seu impacto nas desigualdades sociais em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Leopoldo Ferreira Antunes

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo resume a avaliação de três programas de saúde pública em relação à sua eficácia e impacto sobre as desigualdades sociais na saúde. Foram examinadas a fluoração da água de abastecimento público no contexto brasileiro, a provisão de terapêutica antirretroviral para pacientes com Aids e a vacinação de idosos contra a gripe na cidade de São Paulo. As três intervenções foram consideradas efetivas, na medida em que propiciaram uma redução na carga de doença na população. No entanto, elas tiveram resultados conflitantes quanto ao impacto sobre as desigualdades em saúde. Concluiu-se, por fim, que os programas de saúde pública devem ser implementados com um alcance imediata e efetivamente universal, direcionando recursos adicionais aos grupos com mais necessidades de saúde. Essa estratégia reduziria, ao mesmo tempo, o nível geral de doença na população e as desigualdades na experiência de doenças entre os estratos sociais.

  10. Internacionalização das redes de franquias brasileiras: uma análise organizacional e institucional

    OpenAIRE

    Pedro Lucas de Resende Melo

    2012-01-01

    Mesmo que apenas 4,7% das redes de franquias brasileiras atuem internacionalmente, na última década o processo de internacionalização das redes de franquias brasileiras apresentou um crescimento de 300%. Existem atualmente cerca 70 redes de franquias brasileiras em operação em todos os continentes, representando cerca de 49 países, constituindo mais de 700 unidades franqueadas. Esta tese realizou uma análise organizacional e institucional envolvendo as redes de franquias brasileiras com opera...

  11. Consumo Adolescente: Construindo a Identidade de Jovens Brasileiras.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrya Verena Silva Rosa de Carvalho

    2017-03-01

    Full Text Available O estudo objetiva compreender a construção da identidade em brasileiras de 12 a 17 anos tomando como pressuposto a influência do consumo sob tal fenômeno. A abordagem teórica retrata aspectos da identidade individual e coletiva e refere-se a cultura de consumo nos preceitos da Consumer Culture Theory – CCT, como disposta por Arnould & Thompson (2005, dentre outros estudos.  Com método qualitativo, a pesquisa utilizou-se da ferramenta Grupos de Foco em uma amostra de 33 informantes de classes sociais variadas, regionalizadas em 13 estados brasileiros e dentro da faixa etária determinada. O estudo identificou particularidades de consumo deste público, segmentando os resultados em três dimensões: Psicossocial, Comportamental e Cultural. Os principais influenciadores encontrados a partir dos depoimentos das informantes foram divididos em: Classe Social, Família, Grupos de Pares, Mídia e Instituições de Ensino como aspectos relevantes da cultura de consumo das adolescentes e consequentemente na construção de sua identidade.

  12. Jornalismo, gêneros e diversidade cultural nas revistas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Regina Rêgo

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em três publicações jornalísticas brasileiras de caráter cultural, a saber: Cult, Bravo e Brasileiros, que foram analisadas com o objetivo de identificar a visibilidade das manifestações culturais em suas páginas, por meio do mapeamento das matérias veiculadas. Em outro prisma, o intuito foi mapear os gêneros jornalísticos mais trabalhados na veiculação das matérias referentes à cultura, com vistas a identificar o grau de importância dado ao temas culturais retratados nas publicações, assim como, verificar as tendências no texto do Jornalismo Cultural. A metodologia utilizada no primeiro caso foi o diagnóstico simples e no segundo caso foi análise de conteúdo por emparelhamento. Ao final conclui-se que embora o Jornalismo Cultural brasileiro esteja se abrindo para divulgar a diversidade do país, ainda permanece uma predominância destacável dos eventos do sudeste entre os temas pautados pelas publicações citadas.

  13. CULTURA AFRO-BRASILEIRA NA BAIXADA FLUMINENSE: PESQUISA E ENSINO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Laurentino

    2015-07-01

    Full Text Available Eliana Laurentino DOI: 10.12957/periferia.2014.17245O artigo propõe pensar as referências sócio-históricas como um lugar de pesquisa e ensino nas escolas da rede pública da Baixada Fluminense, a partir do curso “Patrimônio, Memória e Cultura Afro-brasileira na Baixada Fluminense”. Por meio de um breve levantamento bibliográfico, foi possível observar que atualmente há uma grande quantidade de livros, dissertações e teses sobre a História da África e do negro no Brasil. Destaca-se que, nas últimas décadas, um movimento acadêmico sobre a temática da Baixada Fluminense gerou significativa produção historiográfica sobre a região. Entretanto, percebe-se que os avanços historiográficos repercutiram de forma limitada fora dos circuitos de especialistas e que isso tem impactado na produção de material didático e, consequentemente, na simplificação dos debates.

  14. Joint ventures e a política antitruste brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Avellar

    2012-12-01

    Full Text Available As políticas de defesa da concorrência integram atualmente o conjunto fundamental de instituições necessárias à promoção do crescimento e a busca das sociedades por arranjos mais eficientes. O presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise da política antitruste brasileira concentrando-se no tratamento dado pelas autoridades à constituição de joint ventures. Na realização dessa tarefa, foram feitas revisões teóricas, constatações acerca dos procedimentos de autoridades internacionais sobre o assunto e um estudo empírico abordando casos julgados no Brasil entre os anos de 2002 e 2010. O resultado encontrado revela a inexistência de normatização específica para o tratamento das joint ventures no Brasil, culminando, assim, em uma relativa discricionariedade por parte dos órgãos do SBDC na análise desses atos.

  15. A construção da geografia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Correia de ANDRADE

    1999-12-01

    Full Text Available Analisando-se a situação atual da geografia brasileira, observa-se que ela é uma das mais ativas que temos conhecimento, de vez que ela é ministrada em nível superior e em nível de pós-graduação em dezenas de universidades situadas nos mais diversos pontos do país. Os geógrafos contribuem com uma vasta produção científica, em livros, em revistas especializadas e não especificamente geográficas, realizam seminários, congressos e reuniões científicas várias vezes por ano e em pontos diversos do território nacional. Além disto, participam ativamente, contribuindo com trabalhos que são apresentados em congressos e simpósios internacionais e desenvolvem trabalhos de planejamento e consultoria em órgãos públicos e privados. Os congressos e encontros promovidos pela Associação de Geógrafos Brasileiros (AGB reúnem milhares de participantes, não só geógrafos como também especialistas de disciplinas afins e estudantes; a Associação Nacional de Pesquisa em Geografia (Anpege realiza congressos bianuais, com grande participação e elevadas discussões científicas, e nos encontros latino- americanos de geografia, realizados geralmente de dois em dois anos, a delegação brasileira é das mais numerosas, muitas vezes suplantando 50% dos participantes, como ocorreu em Buenos Aires, em 1997. Partindo destes pressupostos, podemos refletir como a geografia, ciência que existe desde os tempos mais antigos, mas que se estruturou de forma académica a partir da segunda metade do século XIX, teve um desenvolvimento tão expressivo no país. Como, em um país com tradições universitárias relativamente recentes, pôde esta ciência despertar tão grande interesse, atingindo os limites que atingiu? Quais as razões e os rumos do simples conhecimento geográfico ou a percepção das paisagens geográficas que levaram os estudiosos e pessoas observadoras a estruturar e construir um conhecimento científico? Quais as rela

  16. Desigualdad de género en las actividades de prevención de riesgos laborales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Gayoso Doldan

    2015-03-01

    Full Text Available Introducción: Los objetivos de este estudio, para comprobar la existencia de una posible desigualdad de géneros en relación a las actividades preventivas, consisten en conocer la frecuencia con la que la mujer tiene acceso a la vigilancia de salud, en qué medida recibe formación e información, la frecuencia con que se realiza la evaluación de los riesgos para su salud en el puesto de trabajo, que aspectos del puesto de trabajos se estudian además de la evaluación de riesgos tanto en los aspectos organizativos, como de los aspectos psicosociales. Material y métodos: Estudio epidemiológico observacional transversal, de fuente secundaria, a partir de los datos de la «VII Encuesta Nacional de Condiciones de Trabajo, realizada por INSHT en el 2011. Para la determinación de la desigualdad entre géneros se utilizó el test de Chi cuadrado para las variables cualitativas y el T-test para muestras independientes para variables cuantitativas. Para el control de posibles interacciones o modificaciones del efecto se realizó un análisis de regresión logística binaria, la significación de los modelos se contrastó mediante la pruebas de Hosmer y Lemeshow. Resultados: El 56.30% de mujeres frente a 43.70% de hombres, afirman que no se les ofreció la posibilidad de realizarse el reconocimiento médico al 52,80% de mujeres que afirman que si se les ofreció el reconocimiento médico no se lo llegaron a hacer. A un 51.70 % de mujeres frente a un 48.30% de hombres no se les realizó la evaluación de riesgos en el puesto de trabajo. El 56.10% de mujeres frente a un 43.90% de hombres afirman considerarse mal informados sobre los riesgos de su puesto de trabajo. En el análisis de regresión los factores más relacionados con una menor accesibilidad a actividades de prevención de riesgos laborales fueron: el ser mujer, la ausencia del delegado de prevención, el contrato temporal, y ser trabajador extranjero. Concluimos que el ser mujer

  17. Empleo, desigualdad y globalización: una preocupación continua Employment, Inequality and Globalization: A Continuous Concern

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rolph van der Hoeven

    2010-12-01

    Full Text Available El presente artículo aborda el tema de la crisis económica mundial y su fuerte impacto sobre la población. Muestra la preocupación por los efectos de dicha crisis, principalmente en el incremento del desempleo, que genera mayores desigualdades sociales puesto que las personas se ven abocadas a trabajar de manera informal, hecho que va en contra de la estabilidad laboral y del desarrollo humano. A través de una mirada a la posición asumida por diversos autores que manejan el tema financiero, se encuentra que las políticas pùblicas surgidas de diferentes épocas no han sido una respuesta satisfactoria para equilibrar las desigualdades socioeconómicas dado que no ha sido posible lograr un crecimiento económico que redunde en una distribución del ingreso más equitativa, capaz de generar un verdadero desarrollo humano. Se contemplan algunas alternativas para promover el crecimiento del empleo, desde lo fiscal y lo monetario hasta lo industrial y lo comercial, al igual que se presentan algunas posiciones para enfrentar los efectos de la globalización.This article deals the issue of global economic crisis and its strong impact on the population. Shows concern for the effects of the crisis, mainly through increases in unemployment, which generates greater social inequality as people are forced to work informally, a fact that goes against labor stability and human development. Through a look at the position assumed by several authors who handle financial issues, is that public policies arising from different periods have not been a satisfactory answer to balance socioeconomic inequalities because it has not been possible to achieve economic growth result in a more equitable income distribution, capable of generate a true human development. Alternatives are contemplated to promote employment growth, from fiscal and monetary toward the industrial and commercial, as are some positions to face the effects of globalization.

  18. Das diferenças às desigualdades: reflexões em torno das relações de gênero e sexualidade na escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio César de Oliveira Santos

    2018-01-01

    Full Text Available Neste artigo, apresento algumas reflexões em torno das diferenças e desigualdades de gênero e sexualidade no cotidiano escolar. Em uma perspectiva discursiva, procuro discutir as normas de gênero como resultado de disputas hegemônicas envolvendo lógicas políticas que tensionam sempre o que se estrutura como norma, como fundamento, expondo assim a sua instabilidade. Em seguida, exploro mais precisamente as relações que fazem das diferenças (de gênero e sexualidade desigualdades. Isto é, questiono-me sobre como são produzidas (como construções hegemônicas e contingentes, e sustentadas – mas também contestadas e subvertidas – as fronteiras entre um “nós” e um “eles” e de que maneira por meio destas são fixadas (contingentemente posições de sujeitos assimétricas, hierarquizadas, desiguais. Palavras-chave: Diferenças. Desigualdades. Escola.   From differences to inequalities: reflections on gender relations and sexuality in school ABSTRACT In this paper, I present some reflections on the differences and inequalities of gender and sexuality in school routine. In a discursive perspective, I try to discuss gender norms as a result of hegemonic disputes involving political logics that always stress what is structured as a norm, as a foundation, thus exposing its instability. Next, I explore more precisely the relationships that make differences (of gender and sexuality, inequalities. That is, I question how are construct (as hegemonic and contingent constructs, and sustained – but also contested and subverted – the boundaries between a “we” and a “them” are produced and how they are (contingently fixed subject positions as asymmetrical, hierarchical, unequal. Keywords: Differences. Inequalities. School.   De las diferencias a las desigualdades: reflexiones en torno a las relaciones de género y sexualidad en la escuela RESUMEN En este artículo, presento algunas reflexiones en torno a las diferencias y

  19. Promoção e proteção da democracia na política externa brasileira Promotion and protection of democracy in brazilian foreign policy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Santiso

    2002-12-01

    Full Text Available A partir da restauração da democracia em 1985, a política externa brasileira vem demonstrando tanto continuidade como mudança. Ao mesmo tempo que o Brasil tem reforçado significativamente seu compromisso normativo com a promoção da democracia, com base na defesa do interesse nacional fundada em princípios, seu engajamento na defesa da democracia fora de casa tem sido cerceado por sua dedicação tradicional ao princípio da soberania nacional. A política externa brasileira, contudo, evoluiu significativamente desde o retorno da regra civil. A diplomacia presidencial de Fernando Henrique Cardoso representou um reforço decisivo para o fortalecimento do compromisso normativo com a democracia, tanto através da introdução de cláusulas de democracia nas instituições regionais como em suas próprias relações bilaterais. No entanto, há uma tensão inerente à dualidade de objetivos da política externa brasileira que gera ambigüidade na sua condução. Existem barganhas multifacetadas entre os princípios de interferência democrática e soberania nacional, assim como entre as finalidades de estabilidade e democracia. Este estudo explora essa tensão através da avaliação dos esforços do Brasil no que se refere à promoção da democracia além de suas fronteiras, e sua resposta às ameaças à democracia e aos casos de eleições viciadas que aconteceram na última década. Examina dez ocorrências em que a democracia esteve sob risco. Alega que é improvável que a defesa do interesse nacional fundada em princípios, sobre os quais a promoção da democracia se apóia, sobreviva à presidência de Cardoso. O Brasil precisa resolver com sucesso a tensão entre o princípio da soberania nacional e seu compromisso com a promoção e proteção da democracia fora de casa, tanto para aclarar seus objetivos de política externa, como para fortalecer os mecanismos regionais de ação coletiva.Brazilian foreign policy has displayed both

  20. Expansão dos cursos de Graduação em Enfermagem e mercado de trabalho: reproduzindo desigualdades?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kênia Lara Silva

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar a relação entre a expansão dos cursos de graduação de enfermagem e o mercado de trabalho dos enfermeiros em Minas Gerais. Estudo descritivo-exploratório de abordagem quantitativa, que utilizou fontes de dados secundários sobre os cursos de Graduação em Enfermagem, número de profissionais ocupados, vínculos em estabelecimentos de saúde e empregos formais de enfermeiros no Estado. A evolução dos cursos de Graduação em Enfermagem revela sinais de declínio na procura e oferta nos anos recentes, que pode estar relacionado ao mercado de trabalho do enfermeiro. Este, por sua vez, é marcado por contradições expressas pelo quantitativo excedente de profissionais, em especial nas regiões menos desenvolvidas do Estado, bem como pela baixa proporção de enfermeiros para atender as necessidades de saúde da população. Visualiza-se que estes aspectos reproduzem desigualdades e carecem discussões quanto à regulação da formação e à criação de novos postos de trabalho.

  1. DESARROLLO Y REGIÓN: UN ENFOQUE DINÁMICO PARA LA SUPERACIÓN DE LAS DESIGUALDADES SOCIALES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eucadys Cujía Guerra

    2015-06-01

    Full Text Available En este articulo, se plantea una reflexi6n sobre el tema de desarrollo, que encierra muchas variables económicas y sociales, por lo que es objeto de permanente interés, estudio y controversia. En primer lugar, se sintetizan las principales categorías ne- cesarias para aproximarse validamente al concepto; luego, se presenta una sintesis de la situaci6n de desigualdad mundial; para centrarse, por ultimo, en el analisis de los elementos que, en el actual contexto global, pueden contribuir de manera eficaz al mejoramiento de la situaci6n de desarrollo en Colombia, asi como en el reconocimiento de las circunstancias que pueden haber limitado ese desarrollo en el pasado reciente. AbstractThis paper focuses on a reflection, about development considering several economic and social variables, subject of permanent interest, study and controversy. In order to understand the concept of development, first of all, main categories are taking into account; then a synthesis of world inequality situation; and finally, to focus on the analysis of the aspects which can contribute to improve Colombia development in the current global context and the circumstances that could stop this development in the past.

  2. Progresos económicos, deudas estructurales y desigualdades sociales persistentes en la Argentina: 2003-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agustín Salvia

    2014-01-01

    Full Text Available El desempeño social de la Argentina en las últimas dos décadas ha estado asociadocon dos modelos político-económicos diferentes. Por una parte, el período que vaentre 1991 y 2001, dominado por la aplicación de reformas estructurales y políticas deapertura y liberalización económicas de inspiración neoliberal, junto con la aplicaciónde un programa antiinflacionario basado en un régimen de convertibilidad (tipo decambio fijo en paridad con el dólar. En este marco, se logró controlar la situación dehiperinflación, acceder al crédito externo, equilibrar el gasto público, promover lainversión de capital y activar un ciclo de crecimiento económico. Como consecuenciade este proceso, si bien descendió inicialmente la pobreza, creció el desempleo,aumentó la precariedad laboral y se ampliaron las brechas de desigualdad social.

  3. Desigualdad y racismo. Demografía y sociedad en Cuba a fines de la época colonial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tornero, Pablo

    1998-04-01

    Full Text Available The author discusses the demographic structure and nature of Cuban society in the late 19th-century on the basis of the census of 1899. He argues that the strongly marked social differentiation in Cuba at the time, the duality in its social order of whites v. blacks, was grounded in the prevailing economic structure of the island and ultimately in the plantation economy. This situation conditioned the integration of the black population in Cuba's civil society in the first years of the new republic.

    Estudio de la estructura demográfica y caracterización de la sociedad cubana de finales del siglo XIX, a partir del censo de 1899. En él se trata de demostrar que la fuerte desigualdad social de la sociedad cubana de fines de la época colonial, la dualidad de su entramado social, blancos y negros, es consecuencia de la estructura económica de la isla que tenía su base en la plantación. Este proceso condicionó la integración de la población de color en la sociedad civil cubana, en los primeros años de la república.

  4. A cidade brasileira como espaço cultural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Freitag-Rouanet

    2000-05-01

    Full Text Available O artigo discute uma tese polêmica do filósofo tcheco Vilém Flusser, que viveu mais de 30 anos em São Paulo, depois de escapar aos nazistas que ocuparam Praga. De todas as cidades brasileiras, São Paulo é a que menos merece o título de cidade. Falta-lhe um espaço cultural inovador, apesar da riqueza e dinâmica de sua economia e de sua força política. O conceito de cidade subjacente ao pensamento de Flusser orienta-se pelo modelo da pólis grega e da cidade de Praga, antes da Segunda Guerra. Além disso, Flusser valoriza os novos códigos (de linguagem, de expressão arquitetônica, estética, musical, pictoral, capazes de integrar as influências multiculturais da história brasileira. A autora procura compreender a argumentação de Flusser, hoje comparado a um Walter Benjamin da pós-modernidade, mostrando contudo que sua tese foi precipitada. Saiu nos anos 70 de São Paulo, antes do fim da ditadura; não conheceu as grandes realizações da Bienal de Arte Moderna; não conheceu o ciclo de realizações Arte e Cidade no fim da década de 90, essencialmente baseado nas tecnologias da micro eletrônica da era digital, do PC e da internet, que ela festejava como novas linguagens.This article discusses Vilém Flussers controversial thesis. The Czech philosopher lived in São Paulo for over 30 after having fled the Nazi occupation of Prague. Of all Brazilian towns, São Paulo is the one which least deserves to be called a city. It lacks an innovative cultural space, in spite of its rich and dynamic economy and political strength. The concept of city subjacent to Flussers view is based on the model of the Greek polis and on Prague before the Second World War. Flusser also values the new codes (of language, architectural, aesthetic, musical and pictorial expression which are parts of the multicultural influences on Brazilian history. The author analyses Flussers reasoning and shows how his was a hasty thesis. Flusser, who is considered to

  5. Após as eleições brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Janine Ribeiro

    2008-09-01

    Full Text Available As eleições e a vitória de Lula em 2002 tornaram explícita a oposição programática e doutrinária entre o PT e o PSDB. O PT e Lula representam os grupos organizados, os subpovos, e constituem a vertente democrática da política brasileira, que exige a justa distribuição dos direitos e dos bens entre os despossuídos. O PSDB, ao defender a sociedade em geral antes dos grupos, representa a vertente republicana. Embora constituam as duas forças políticas mais avançadas do espectro político nacional, aglutinadas e estruturadas depois do golpe militar de 1964, esses partidos têm se colocado nos últimos anos como adversários e não como cooperadores de um projeto progressista para o país. Palavras-chave: Democracia; República; eleições; PT; PSDB. ABSTRACT The elections and Lula’s victory in 2002 made explicit the programmatic and doctrinarian opposition between the PT (Workers Party and the PSDB (Party of Brazilian Social Democracy. The PT and Lula represent the organized groups, the sub-peoples, and constitute the democratic side of Brazilian politics, which requires a fair distribution of rights and goods among the dispossessed. The PSDB, while defending society as a whole rather than groups, represents its republican side. Despite being the two most advanced political organizations of Brazilian political spectrum, both created and structured after the military coup of 1964, these political parties have positioned themselves as rivals one of the other, instead of collaborating in a progressive project for the country. Keywords: Democracy; Republic; elections; PT; PSDB.

  6. Defesa dos direitos humanos: sistemas regionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Bicudo

    2003-04-01

    Full Text Available O texto discorre sobre a institucionalização dos sistemas de promoção dos Direitos Humanos, ao longo do século XX. Tomando a Declaração Universal dos Direitos do Homem, de 1948, como base e ponto de partida, o articulista aborda as três principais vertentes dos sistemas de promoção desses direitos: a européia, a americana e a africana. A evolução de cada uma delas descrita analógica e epistemologicamente, de forma a salientar singularidades sem perder de vista as influências recíprocas ou mesmo as determinantes próprias do contexto espaço-social. Para finalizar, o articulista destaca a importância do Tribunal Penal Internacional no estabelecimento de uma justiça ecumênica. Concomitantemente, alerta para o perigo contido na ameaça de os EUA não o ratificarem.The text underlines the institutional character acquired by the main systems to promote Human Rights in the twentieth century. Taking the Universal Human Rigths Declaration, of 1948, as the basis for analysis, the author brings up three different approaches to promote these rights: the European, the American and the African. The evolution of each of them is described using its procedure as a basic reference. Besides, an analogical analysis, brings to the fore singularities, without ignoring reciprocal influences dictated by particular contexts, though. The author stresses the importance of the International Penal Court, as a means to establish ecumenical justice. At the same time, he reminds the reader of the risks implicit in the possible non-ratification of the IPC by United States.

  7. Desigualdade de acesso a serviços de saneamento ambiental nos municípios brasileiros: Evidências de uma Curva de Kuznets e de uma Seletividade Hierárquica das Políticas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos César Santejo Saiani

    2014-05-01

    Full Text Available O principal objetivo do artigo foi verificar a relação entre a desigualdade de acesso aos serviços de saneamento ambiental e a renda dos domicílios. Além disso, foi analisado se a desigualdade de acesso é influenciada por outras variáveis relacionadas à oferta dos serviços, em especial, pelos aspectos políticos. Três hipóteses foram testadas: (i se existe relação positiva entre a desigualdade de acesso e a desigualdade de renda; (ii se a relação entre a desigualdade de acesso aos serviços e à renda per capita é semelhante à Curva de Kuznets (CK; e (iii se existe Seletividade Hierárquica das Políticas (SHP nesses serviços. Os resultados obtidos para os municípios brasileiros nos anos 1991 e 2000 sinalizaram a existência de uma SHP nos três serviços considerados, mas a CK se verificou apenas no abastecimento de água.

  8. Prevalência de diabetes mellitus e fatores associados na população adulta brasileira: evidências de um inquérito de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luisa Sorio Flor

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Estimar a prevalência de diabetes mellitus (DM autorreferida e fatores associados na população adulta brasileira. Métodos: A prevalência de DM foi aferida na Pesquisa Dimensões Sociais das Desigualdades (PDSD, um survey nacional com representatividade para as macrorregiões, conduzido em 2008. Foram entrevistados 12.423 indivíduos de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 20 anos. Para a identificação de fatores associados, foi realizado teste do χ2 ao nível 5,0% e calculadas as razões de chance ajustadas por meio de regressão logística. Resultados: A prevalência de DM no Brasil foi de 7,5%. Após o ajuste para potenciais fatores de confusão, o diabetes permaneceu associado com a idade (≥ 40 anos, a escolaridade (< 8 anos de estudo, o estado conjugal (não casados, a obesidade, o sedentarismo, a comorbidade com hipertensão arterial e hipercolesterolemia, bem como com a procura por serviços de saúde. Conclusão: Resultados indicam elevada prevalência de DM e vários dos seus fatores associados (identificados como evitáveis apontam a necessidade de mudanças comportamentais como estratégia para prevenção e controle do diabetes e suas complicações.

  9. Mulheres brasileiras na mídia portuguesa Brazilian women at the portuguese media

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Pontes

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo trata das representações sobre as mulheres brasileiras na mídia portuguesa, explorando questões relativas a gênero em intersecção com nacionalidade/ etnicidade. Nestas representações são verificados processos de essencialização e exotização da identidade nacional brasileira e a sexualização destas mulheres. Relaciono tais processos com o contexto atual de intensificação da imigração brasileira em Portugal.This article deals with the representations of Brazilian women in Portuguese media, exploring gender issues in interaction with nationality/ethnicity. In these representations there are essencialization and exoticization processes of Brazilian national identity and sexualization of these women. I relate these processes with contemporary increase of Brazilian immigration to Portugal.

  10. O PROCESSO DE DIFUSÃO DA MODA BRASILEIRA NO MERCADO INTERNACIONAL

    OpenAIRE

    Gabriela Monteiro Schnaid; Claudia Schemes

    2010-01-01

    Este artigo pretende identificar e analisar os fatores responsáveis pela difusão da moda brasileira no mercado internacional, de forma que possibilite a construção de métodos e meios para garantir o crescimento contínuo do setor têxtil e a valorização de estilistas, marcas e fábricas brasileiras no exterior. Através de pesquisa bibliográfica, será traçada a trajetória da história da moda brasileira mediante a análise de estilistas e marcas que obtiveram reconhecimento no exterior, a evolução ...

  11. A ciência nas regiões brasileiras: evolução da produção e das redes de colaboração científica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio José Guerci SIDONE

    Full Text Available Resumo A recente evolução da ciência brasileira é caracterizada pelo crescimento acelerado da produção científica e pela intensificação da colaboração entre seus pesquisadores. Este trabalho tem por objetivo apresentar elementos sobre o papel da geografia na evolução da produção e colaboração científica no Brasil entre 1992 e 2009, por meio da identificação de padrões espaciais e da importância relativa das regiões em termos de produção, especialização científica e grau de interação colaborativa com outras regiões. Para este estudo, foram desenvolvidas (i uma base de dados única, composta por mais de um milhão de pesquisadores e sete milhões de publicações científicas registradas na Plataforma Lattes, e (ii diferentes redes de colaborações (coautoria científicas entre regiões e estados brasileiros. Embora os principais resultados apontem para a heterogeneidade espacial da produção e colaboração científica, existem fortes evidências de um processo de desconcentração espacial ao longo do tempo associado à expansão das redes de colaboração e ao aumento da participação de autores das regiões cientificamente menos tradicionais, tais como Sul e Nordeste. Observam-se diferenças acentuadas entre as distribuições regionais da produção e as configurações espaciais das redes de cada área do conhecimento. Neste trabalho ressalta-se a importância das redes de colaboração científica no tocante à formulação de políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil no sentido de promover o incremento de qualidade e a desconcentração regional da atividade científica e, consequentemente, o desenvolvimento das regiões menos favorecidas.

  12. Desigualdades de oportunidades educacionais dos adolescentes no Brasil e no México Desigualdad en las oportunidades educacionales de los adolescentes en Brasil y México Inequalities in educational opportunities of adolescents in Brazil and Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia J. Marteleto

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo desse artigo é examinar tendências recentes da estratificação educacional para adolescentes do Brasil e México em três períodos distintos: a década de 1980, de severa recessão; os anos 1990, um período de ajustes estruturais; e os anos 2000, década de crescimento. Além de matrículas escolares e probabilidades de transições educacionais, é examinada também a matrícula em escolas particulares, um aspecto importante da desigualdade educacional pouco abordado em estudos sobre o tema. Foram utilizados dados das PNADs para o Brasil e ENIGH para o México. Os resultados confirmam importantes benefícios trazidos pelas condições favoráveis recentes e pela universalização do ensino fundamental, mas também identificam crescentes desvantagens associadas ao acesso à escola particular, o que sugere a importância da perspectiva EMI (Effectively Maintained Inequality. O estudo enfatiza a importância de analisar a qualidade além da quantidade de ensino formal para uma compreensão mais profunda da estratificação educacional.El objetivo de este artículo es examinar tendencias recientes de estratificación educacional en adolescentes de Brasil y México durante tres períodos distintos: la década de 1980, de severa recesión; los años de la década de 1990, un período de ajustes estructurales; y los años de la década del 2000, la denominada de crecimiento. Además de matrículas escolares, y probabilidades de transiciones educacionales, se examina también la matrícula en escuelas privadas, un aspecto importante de la desigualdad educacional poco abordado en estudios sobre el tema. Se utilizaron datos de las PNADs sobre Brasil y ENIGH sobre México. Los resultados confirman importantes beneficios, atraídos por las condiciones recientes favorables y por la universalización de la enseñanza fundamental, a la par que también identifican crecientes desventajas, asociadas al acceso a la escuela privada, lo que sugiere

  13. As transformações na música popular brasileira: um processo de branqueamento?

    OpenAIRE

    Silva, Patrícia Fatima Crepaldi Bento da

    2008-01-01

    O presente trabalho tem como objetivo analisar as transformações ocorridas na música popular brasileira verificando se e de que forma ocorreu, o processo de exclusão da população negra neste segmento cultural brasileiro, levando assim, a música brasileira a um processo de branqueamento. Concentramo-nos no estudo da história oficial e documentada da Bossa Nova, dentro do período de 1958 a 1968, bem como suas dissidências, desdobramentos e antagonismos, pois este é oficialmente o primeiro ...

  14. Contribuição de Maria Aparecida Minzoni à enfermagem psiquiátrica brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Prado Kantorski

    2000-12-01

    Full Text Available O artigo trata da consolidação de um saber de enfermagem psiquiátrica, construído historicamente e resgatado a partir da trajetória da Profa. Maria Aparecida Minzoni. Procura apreender a construção de um espaço de reflexão-intervenção para a enfermagem psiquiátrica brasileira, no âmbito do ensino, da pesquisa e da assistência firmando a interlocução necessária entre estes e o trabalho junto a Associação Brasileira de Enfermagem.

  15. Desigualdad en intervenciones de atención primaria para el cuidado de la salud maternoinfantil en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Alejandra Ramírez-Tirado

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analizar los principales indicadores asociados a la mortalidad materna y la mortalidad en niños menores de 1 año y evaluar su nivel de cobertura y de variabilidad entre las distintas entidades federativas de México. MÉTODOS: Se estudiaron ocho intervenciones dirigidas a la atención primaria de la salud materna e infantil (variables: esquema de vacunación completo, vacuna de sarampión y vacuna pentavalente en menores de 1 año; inicio temprano de la lactancia materna; atención prenatal con al menos una revisión por personal capacitado; prevalencia del uso de anticonceptivos en mujeres casadas en edad fértil; atención obstétrica del parto por personal capacitado y aplicación de toxoide tetánico (TT en embarazadas. Se calculó el promedio y desviación estándar de la cobertura nacional para cada variable. Al interior de cada entidad federativa se determinó la proporción de municipios con alta, media y baja marginación. Se ordenaron las entidades federativas de mayor a menor, con base en la proporción de sus municipios con alta marginación y se dividieron en quintiles. Se calculó la desigualdad absoluta mediante la diferencia observada y la desigualdad relativa mediante la razón para cada una de las variables estudiadas. RESULTADOS: El promedio de cobertura nacional de las ocho variables estudiadas varió entre 86,5% y 97,5%, encontrándose que la cobertura más baja fue la aplicación de TT en mujeres embarazadas y la más alta, la vacuna contra el sarampión en menores de 1 año. La atención obstétrica, la prevalencia del uso de anticonceptivos y la revisión prenatal fueron las variables con coberturas menos equitativas. En los estados con mayores niveles de marginación, las acciones dependientes de un sistema de salud estructurado -p.ej. la atención obstétrica del parto- registraron una menor cobertura, a diferencia de las acciones preventivas que no requerían de mayores recursos de insumos o infraestructura

  16. Desigualdades y características sociodemográficas de la mortalidad materna en La Guajira, Colombia, 2010-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shirley Nájera Arregocés

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar las desigualdades y las características sociodemográficas que inciden negativamente en la mortalidad materna en el departamento de La Guajira, Colombia. MÉTODOS: Se realizó un estudio descriptivo, en el que se analizaron los casos de muerte materna ocurridos en el departamento de La Guajira entre 2010 y 2012, a partir de datos de fuentes secundarias. Se calculó la diferencia de las tasas, la razón de las tasas y el riesgo atribuible poblacional porcentual, además de los índices de Gini y de concentración. RESULTADOS: Se registraron 54 muertes maternas, de ellas, 61,1% eran indígenas y 16,7% afrocolombianas; la mayoría no tenía ningún estudio (33,3% o solo estudios primarios (29,6%. Se encontraron desigualdades en la diferencia de las tasas, la razón de las tasas y el riesgo atribuible poblacional porcentual, entre La Guajira y otros departamentos de la región Caribe y del país; sin embargo, esas diferencias no se reflejaron en los índices de Gini y de concentración. CONCLUSIONES: La mortalidad materna fue significativamente más elevada en las mujeres indígenas en comparación con las no indígenas. Se deben fortalecer los programas de salud sexual y reproductiva y adelantar dentro de las políticas de salud materna un enfoque multicultural para eliminar o reducir las desigualdades relacionadas con la mortalidad materna en esta población.

  17. Crisis económica al inicio del siglo xxi y mortalidad en España. Tendencia e impacto sobre las desigualdades sociales. Informe SESPAS 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ruiz-Ramos

    2014-06-01

    Full Text Available El objetivo de este estudio es analizar el impacto de la actual crisis económica en la evolución de la mortalidad en España y sus efectos sobre las desigualdades sociales en la mortalidad en Andalucía. Se han utilizado las defunciones procedentes de las estadísticas vitales del Instituto Nacional de Estadística para los años 1999 a 2011, así como la población correspondiente del padrón municipal de habitantes. Se calcularon tasas ajustadas de mortalidad general y específica por sexo y edad. Para estimar las tasas de mortalidad general y las razones de tasas según el nivel de estudios, entre 2002 y 2010 se utilizó la Base de Datos Longitudinal de Población de Andalucía (cohorte censal del 2001. Los porcentajes de cambio anuales y las tendencias se calcularon mediante regresión joinpoint. En España no se observa ningún cambio de tendencia significativo en la mortalidad a partir de 2008. Desde 1999 se mantiene una tendencia descendente, en ambos sexos y por todas las causas, excepto en las enfermedades del sistema nervioso. La mortalidad por accidentes de tráfico acelera su decrecimiento desde 2003. Los suicidios no modifican su tendencia negativa a lo largo del periodo. En Andalucía, las desigualdades sociales en la mortalidad general aumentaron en los hombres desde el inicio de la crisis, en el año 2008, fundamentalmente por un mayor descenso en la mortalidad en los de mayor nivel de estudios que en el resto, en un contexto de descenso de la mortalidad. En las mujeres no se observan cambios en el patrón de desigualdad.

  18. Educar y trabajar en contextos de precariedad y desigualdad en América Latina. Jóvenes en debate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Christian Aparicio-Castillo

    2013-10-01

    Full Text Available El presente artículo tiene como objetivo analizar y comparar los resultados investigativos acerca de la situación de los jóvenes afectados por contextos de desigualdad y procesos de desigualación educativa y laboral en América Latina y el Caribe, tomando como referencia el impacto de las nuevas políticas públicas implementadas para fortalecer la cohesión y los procesos de inclusión social. La metodología se remite a la interpretación, síntesis y comparación de estudios cualitativos y cuantitativos elaborados en torno al impacto alcanzado por programas y políticas de vasto alcance orientados a potenciar la participación de los jóvenes en el sistema educativo y la transición hacia el mercado de trabajo y la vida adulta. Las conclusiones más trascendentes de la presente reflexión demuestran que pese a los avances logrados en materia de reconocimiento de la pluralidad y de la complejidad inherente a las situaciones socioeconómicas de vida, los acervos culturales, el género y la dimensión geográfica de hábitat, sigue resultando insatisfactorio el modo en cómo se piensa y apoya a los actores juveniles en las diferentes áreas estratégicas del desarrollo. En consecuencia, una mayor vinculación empoderizante de los jóvenes al momento de diseñar y transponer estrategias políticas en la práctica podría optimizar la calidad e impacto de los emprendimientos y las acciones acometidas.

  19. Desigualdad de género en las relaciones conyugales y prácticas sexuales de los hombres mexicanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivonne Szasz

    2008-01-01

    Full Text Available El objetivo de este trabajo es explorar, con base en los resultados de la Encuesta de Salud Reproductiva con Población Derechohabiente del Instituto Mexicano del Seguro Social (imssIMSS de 1998, las hipótesis que se desprenden de los estudios cualitativos. Esos estudios exploratorios sugieren importantes conexiones entre la construcción de las identidades masculinas y las prácticas anticonceptivas, de relacionamiento sexual y de prevención de las infecciones de transmisión sexual. También advierten de la existencia de marcadas diferencias generacionales y por clase social en las desigualdades de género que se expresan en las relaciones conyugales.Tomando en cuenta lo anterior, buscamos poner a prueba la hipótesis de que cuando las relaciones de género son más autoritarias en la pareja, los hombres están más expuestos a ejercer prácticas sexuales que pueden representar riesgo para la salud de ellos o sus parejas. Para ello ajustamos tres modelos de regresión logística teniendo como variables dependientes algunas que indican prácticas sexuales que pueden implicar riesgos, y revisamos si se mantiene la relación esperada al incluir la influencia conjunta de las variables indicativas de la supremacía masculina en las relaciones conyugales, así como el estrato socioeconómico y edad de los hombres estudiados.

  20. Monitoreo de la desigualdad en protección financiera y atención a la salud en México: análisis de las encuestas de salud 2000, 2006 y 2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Pablo Gutiérrez

    2016-12-01

    Full Text Available Objetivo. Analizar la tendencia en desigualdades en pro­tección financiera y acceso a servicios de salud en México entre 2000 y 2012, usando medidas de brecha y de gradiente. Material y métodos. Análisis de las encuestas naciona­les de salud de 2000, 2006 y 2012, estimando las brechas absoluta y relativa en indicadores de protección financiera y de acceso a servicios de salud y el índice de desigualdad de la pendiente, utilizando como indicador socioeconómico el ingreso imputado, así como las diferencias en resultados por sexo, ámbito de residencia y condición étnica. Resultados. Entre 2000 y 2012 se ha eliminado la desigualdad en protec­ción financiera relacionada con condición socioeconómica de forma paralela a la disminución general de la carencia en protección financiera, en tanto que persiste la desigualdad en indicadores de acceso a servicios de salud, tanto por nivel socioeconómico como por otros estratificadores sociales. Conclusiones. La reforma de 2003 se ha traducido en la eliminación de la desigualdad en protección financiera; no obstante, persiste la desigualdad en el acceso a los servicios de salud. Se requiere reenfocar acciones hacia la eliminación de las barreras relacionadas con la calidad de los servicios de salud, que promuevan el acceso efectivo a la salud en México.

  1. Desigualdades, interdependências e afrodescendentes na América Latina Social inequalities, interdependencies and Afro-descendants in Latin America

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Costa

    2012-11-01

    Full Text Available Desigualdades sociais foram tradicionalmente investigadas no âmbito do Estado-nação, privilegiando-se as diferenças de classe e a perspectiva sincrônica. Isto é: ainda que a investigação especializada, sobretudo na América Latina, venha se dedicando já há algumas décadas a estudar os nexos entre classe e outras formas de classificação social (raça, gênero etc., só muito recentemente registram-se avanços substantivos na investigação sobre os processos históricos e os nexos globais que configuram as desigualdades observadas num país determinado. O presente artigo, em sua primeira parte, oferece um panorama desses avanços, traçando um marco analítico para o estudo de desigualdades sociais a partir de interdependências históricas, geográficas e relativas às diferentes formas de classificação social. A segunda parte aplica as referências analíticas desenvolvidas ao estudo das desigualdades que afetam a população afrodescendente na América Latina.Social inequalities have conventionally been investigated as synchronous processes occurring within the contours of national borders and connected to the concept of class. As a consequence established scholarship, especially in Latin America, has given little attention to the historical dimensions and global entanglements between class and other social classifications that have shaped existing inequalities. A number of recent contributions have attempted to correct these analytical shortfalls from a variety of perspectives. In order to overcome methodological nationalism, a first group of contributions has focused on the interconnections between national and global structures of inequality, showing how inequalities correspond to entanglements between social processes at different geographical levels: local, national, global. A second group of contributions has investigated the relationship between different axes of stratification, focusing on how social inequalities emerge

  2. El abordaje epidemiológico de las desigualdades en salud a nivel local The epidemiological approach to health inequalities at the local level

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Alazraqui

    2007-02-01

    Full Text Available Para responder la pregunta ¿cuáles son los usos y limitaciones de la epidemiología en la reducción de las desigualdades en el nivel local? se problematiza el "papel" de la epidemiología. La hipótesis es que la epidemiología produce conocimiento útil a la gestión en el nivel local para el desarrollo de intervenciones dirigidas a la reducción de desigualdades en salud. Estas desigualdades se expresan en un espacio construido por colectivos humanos en procesos sociales e históricos. La producción de conocimiento epidemiológico en el nivel local debe estar orientada a dar soporte a las acciones de un actor social en situación y en un determinado escenario. Por eso se revalorizan los estudios ecológicos y la georreferencia. Esta producción y aplicación de conocimiento es también un fenómeno organizacional. Se entienden las organizaciones como "redes de conversaciones". Se concluye que las acciones estratégicas y las acciones comunicativas de los trabajadores de salud deben constituirse como eje central en la definición de nuevos modelos de cuidado y de gestión comprometidos con la reducción de desigualdades en salud, donde la epidemiología cumple un rol relevante.What are the advantages and limitations of epidemiology for decreasing health inequalities at the local level? To answer this question, the current article discusses the role of epidemiology. The hypothesis is that epidemiology produces useful knowledge for local management of interventions aimed at reducing health inequalities, expressed in spaces built by human communities through social and historical processes. Local production of epidemiological knowledge should support action by social actors in specific situations and contexts, thus renewing the appreciation for ecological designs and georeference studies. Such knowledge output and application are also an organizational phenomenon. Organizations can be seen as "conversational networks". In conclusion, strategic

  3. Migración y trabajo en Estados Unidos. Polarización ocupacional y racialización de la desigualdad social en la postcrisis

    OpenAIRE

    Canales, Alejandro

    2017-01-01

    Resumen Analizamos la inserción laboral de los migrantes latinoamericanos en los Estados Unidos en un escenario postcrisis. Nuestra tesis es que la dinámica laboral en ese país está configurada por dos procesos estructurales: i) la polarización de la estructura de las ocupaciones, y ii) la racialización de la estructura de clases y la desigualdad social. Si bien el racismo y la discriminación étnica desde siempre han formado parte de la estructura social de los Estados Unidos, lo relevante en...

  4. Del elogio de la diferencia y la crítica de la desigualdad a la ética de la similitud

    OpenAIRE

    Izquierdo, María Jesús,

    1999-01-01

    Este trabajo persigue presentar lo que se podría denominar crítica de segundo orden. Parte de algunos conceptos cuyo uso se ha generalizado en la sociología del género con el fin de mostrar que los mismos no sólo son instrumentos para cuestionar la naturaleza patriarcal del orden social, sino también su síntoma. La autora sostiene que algunos aspectos de la conceptualización relativa al sexismo y a la desigualdad social de las mujeres, son la manifestación de la identidad de género bajo condi...

  5. Año 2013 em el Perú: ¿camino sembrado de correccionalismo y criminalizacion de la desigualdad, pobreza y exclusion?

    OpenAIRE

    García, Enrique M. Jaramillo

    2013-01-01

    Este ensayo examina la emergencia en el imaginario social de horizontes de sentido de corte correccionalista y criminalización de la desigualdad, pobreza y exclusión, de los adolescentes infractores de la ley penal, que se encuentran privados de la libertad, en instituciones correccionales de carácter jerarquizado, en Lima Metropolitana. Además, intenta desvelar el rol morboso que cumplen los medios de comunicación, en una sociedad atravesada por la pobreza, marginalidad y exclusión, en un es...

  6. La desigualdad de la distribución de la renta en América Latina: situación, evolución y factores explicativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael MUÑOZ DE BUSTILLO

    2008-12-01

    Full Text Available RESUMEN: El presente trabajo analiza el nivel de desigualdad en la distribución de la renta existente en América Latina a comienzos del siglo XXI así como su evolución en las últimas décadas, todo ello desde una perspectiva comparada tanto intracontinental (entre los distintos países de América Latina, como entre ésta y otras regiones del mundo. En segundo lugar se estudia cuál ha sido el comportamiento de la desigualdad en las últimas décadas. En tercer lugar se revisan los factores que están detrás de esa mayor desigualdad que hace de América Latina la región más desigual del mundo, prestando especial atención al modelo colonizador y al desigual acceso a la propiedad de la tierra consagrado por el mismo; a la desigualdad de acceso a la educación; al escaso papel redistribuidor del sector público y a factores demográficos. Por último se apuntan los potenciales efectos negativos que se derivan de este estado de cosas.ABSTRACT: This article analyzes the level of inequality in the rent distribution in Latin America at the beginning of the 21st century, as well as its evolution through the last decades, from a comparative intra-continental perspective (analyzing the different Latin American countries, and also comparing the region with others. In second place it studies the behavior of inequality through the last decades. In third place, it revises the factors behind that inequality, since those factors make Latin America the most unequal region in the world, paying special attention to the colonization model and to the unequal access to land ownership, as well as to the unequal access to education, to the poor redistributing role of the public sector and to demographic factors. Lastly, it describes the potentially negative effects produced by this state of things.

  7. El argumento de la notoria desigualdad en la relación de pareja (Lima y Quito, siglos xvii y xviii)

    OpenAIRE

    Lavallé, Bernard

    2015-01-01

    Quien haya trabajado sobre los problemas de la familia y las relaciones de pareja durante la época colonial debe haberse topado con la cuestión de la notoria desigualdad. A partir de situaciones de varios tipos encontradas a lo largo de los siglos xvii y xviii en dos centros urbanos del virreinato peruano, esto es Lima y Quito, quisiéramos analizar en qué contextos surgía este problema, qué significado(s) podía tener según se tratara de los afectados, los denunciantes o el entorno social. En ...

  8. Reproducción social y desigualdad en la educación indígena en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Gutiérrez Martínez

    2007-01-01

    Full Text Available A través de un análisis proveniente del constructivismo genético, se estudiará de qué manera las políticas educativas estatales aplicadas a las comunidades indígenas de México han influido en la reproducción de la desigualdad so cial, en la medida en que se observa una socialización diferenciada en el aula y en el seno familiar. El estudio de caso se enfocará a la comunidad otomí del estado de Querétaro.

  9. Desigualdades de género en sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco, México

    OpenAIRE

    Marcelina Cruz-Sánchez; Esperanza Tuñon-Pablos; Martha Villaseñor-Farías; Guadalupe del Carmen Álvarez-Gordillo; Ronald Nigh-Nielsen

    2012-01-01

    Antecedentes: La obesidad se ha convertido en una epidemia global (OMS) y, aunque se sabe que afecta por igual a toda la población, las mujeres aparecen con más obesidad y obesidad central. Se desconoce el porqué de este fenómeno, o si adquiere características específicas entre la población indígena. Objetivo: identificar las desigualdades de género que subyacen al fenómeno del cuerpo con sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco. Materiales y métodos: estudio cualitativo con ...

  10. Preconceito social na Internet: a reprodução de preconceitos e desigualdades sociais a partir da análise de sites de redes sociais

    OpenAIRE

    Cruz,Ruleandson do Carmo

    2012-01-01

    Discute preconceitos e desigualdades sociais na Internet, a partir da análise de sites de redes sociais, considerando usuários brasileiros. Analisa discurso contra a entrada de participantes do Orkut no Twitter. Avalia a Elysiants, primeira comunidade online de luxo do mundo, dedicada a criar uma rede constituída por ricos. Apresenta resultados que sugerem a territorialização do ciberespaço, como ocorre na divisão geográfica física, em zona norte (Orkut), para menos favorecidos, e zona sul (T...

  11. Las TIC´s como herramientas cognitivas en el desarrollo de la habilidad de resolución de desigualdades cuadráticas

    OpenAIRE

    Guajardo, Elizabeth; López, Lilia

    2009-01-01

    Se expone una propuesta didáctica que propicie en los alumnos universitarios la adquisición de un aprendizaje significativo de desigualdades cuadráticas. La estrategia didáctica está centrada en el aprendizaje, e implementa el uso del Graphmatica y el Sketchpad como herramientas cognitivas en el aula, involucrando al alumno en actividades de construcción de un lenguaje gráfico estrechamente relacionado con el lenguaje analítico, que los conduzca al contexto algebraico. El objetivo es contribu...

  12. Educação, (injustiça social e direitos humanos: combatendo desigualdades na globalização turbocapitalista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EVA GAMARNIKOW

    2013-01-01

    Full Text Available Empezando con consideraciones sobre justicia y sus vínculos con el contexto social y las políticas de distribución de recursos y oportunidades, el texto analiza el actual contexto del capitalismo y del neoliberalismo, destacando la crisis global, el dinamismo de la economía brasileña y sus resultados ambiguos para el país, particularmente en lo que se refiere al combate a las desigualdades sociales. Trata, particularmente, del lugar de la educación en el contexto económico, argumentando en favor del discurso de derechos al pensar posibilidades de cambio.

  13. Novo desenvolvimentismo e dinâmica urbano-regional no Brasil (2004-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hipólita Siqueira

    2015-01-01

    Full Text Available As mudanças no contexto nacional e internacional impuseram novas questões ao debate sobre a dinâmica urbano-regional brasileira. Dentre elas, o aprofundamento da inserção internacional do País, tendo como base seu potencial de recursos naturais e sua articulação com o "efeito-China" na reconfiguração das relações internacionais, e o processo de desindustrialização, decorrente da especialização produtiva regressiva e da apreciação da taxa de câmbio. O objetivo deste artigo é examinar as lin-has gerais da dinâmica urbano-regional no âmbito das transformações na economia e sociedade brasileiras desde os anos 1980, especialmente no período pós-2004, em que ocorre uma retomada do crescimento econômico e dos gastos estatais. Entende-se que tal análise enfrenta desafios teórico-metodológicos importantes, sendo necessário o resgate de referenciais analíticos, como o da divisão espacial do trabalho para o entendimento das desigualdades regionais, e a (reformulação da questão regional brasileira.

  14. O impacto do uso de ADRs sobre o valor de empresas brasileiras : um estudo de evento

    OpenAIRE

    Miyazaki, Joel

    2010-01-01

    Investiga o impacto do uso de ADRs sobre o valor de empresas brasileiras e a eficiência do mercado de capitais. Aborda as hipóteses que podem explicar este impacto e compara os resultados deste estudo com os de outras pesquisas efetuadas no Brasil e sobre ações de outros países.

  15. Competitividade das exportações brasileiras do setor siderúrgico nos anos noventa

    OpenAIRE

    Pagano, Leonardo

    2010-01-01

    Discute os conceitos de competitividade. Descreve os estudos empíricos de competitividade da economia brasileira e do setor siderúrgico. Investiga os ganhos de competitividade e a participação dos incentivos fiscais na receita de exportação do setor siderúrgico.

  16. O PROCESSO DE DIFUSÃO DA MODA BRASILEIRA NO MERCADO INTERNACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Monteiro Schnaid

    2010-01-01

    Full Text Available Este artigo pretende identificar e analisar os fatores responsáveis pela difusão da moda brasileira no mercado internacional, de forma que possibilite a construção de métodos e meios para garantir o crescimento contínuo do setor têxtil e a valorização de estilistas, marcas e fábricas brasileiras no exterior. Através de pesquisa bibliográfica, será traçada a trajetória da história da moda brasileira mediante a análise de estilistas e marcas que obtiveram reconhecimento no exterior, a evolução da cadeia têxtil e as estatísticas relativas às exportações desse setor. Além disso, propõe-se uma pesquisa de campo qualitativa que visa a avaliar a moda brasileira na percepção de estrangeiros. Palavras-chave: Moda. Brasil. Exportação. Pesquisa Qualitativa.

  17. 75 FR 19201 - Airworthiness Directives; Empresa Brasileira de Aeronautica S.A. (EMBRAER) Model ERJ 170...

    Science.gov (United States)

    2010-04-14

    ...., Monday through Friday, except Federal holidays. The AD docket contains the NPRM, the regulatory... airplanes, serial numbers 17000002, 17000004 through 17000013 inclusive, and 17000015 through 17000235 inclusive. (2) Empresa Brasileira de Aeronautica S.A. (EMBRAER) Model ERJ 190-100 STD, -100 LR, -100 IGW...

  18. A formação da nação brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos H. Oberacker Junior

    1957-06-01

    Full Text Available A nossa finalidade era a de demonstrar que a formação da nação brasileira tenha sido um processo meramente histórico, liberto das interdependências antecedentes biológicas e raciais. Supomos que o conseguimos através destas considerações. Pretendemos, ao mesmo tempo, esboçar a importância do conceito "nação" para a historiografia brasileira. A idéia de nação, a nosso ver, não só permite uma exposição mais segura e mais panorâmica da história brasileira, mas também oferece o critério justo para aquilatar e apreciar os acontecimentos e as personalidades históricas, que só chegam a adquirir importância e significação por terem comparticipado e por estarem relacionadas com a formação da nação brasileira. Melhor e mais ampla explanação do assunto nos reservamos fazer em outros trabalhos. (último parágrafo do texto

  19. Contabilidade ambiental: um estudo sobre sua aplicabilidade em empresas Brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adalto de Oliveira Santos

    2001-12-01

    Full Text Available A globalização da economia e a conscientização da sociedade estão forçando, atualmente, as empresas a adotarem uma postura responsável perante o meio ambiente, isto é, produzir sem agressão à natu-reza.Para isto elas estão implantando um Sistema de Gestão Ambiental de acordo com as normas da série ISO 14000. Fazer este gerenciamento exige a aplicação de um considerável montante de recursos financeiros, devendo-se ter constante preocupação em controlá-los. En-tende-se que a contabilidade é uma das ferramentas mais eficientes e eficazes para este processo. Observa-se, no entanto, que poucas empresas, no Brasil, utilizam a contabilidade na sua gestão ambiental. Portanto, o principal objetivo da realização deste estudo é verificar qual o grau de desenvolvimento da Contabilidade Ambiental nas empresas brasileiras. Após uma revisão bibliográfica sobre o tema, foi elaborada uma pesquisa de campo que consistiu no envio de um questionário aos departamentos de contabilidade de indústrias potencialmente poluidoras. O universo compreendeu as empresas listadas no guia "As 500 maiores empresas do Brasil", edição 2000, da revista Exame; e a amostra foi de 50 empresas cujo faturamento, em 2000, ultrapassou US$ 50 bilhões.The globalization of the economy and the awareness of the society are forcing, currently, the companies to adopt a responsible position before the environment, that is, to produce without aggression the nature. For this they are implanting a System of Environmental Management in accordance with the norms of series ISO 14000. To make this management demands the application of a considerable sum of financial features, having itself to have constant preoccupation in controlling them. One understands that the accounting is one of the efficient tools most for this process. It is observed, however, that few companies, in Brazil, use the accounting in its environmental management. Therefore, the main objective of the

  20. As armadilhas do tripé da política macroeconômica brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANDRÉ NASSIF

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMOEste artigo analisa o chamado tripé da política macroeconômica brasileira, que desde 1999 tem combinado um regime de metas de inflação, um regime de taxa de câmbio flutuante e metas de superávit fiscal primário. A menos que o seu modus operandi seja alterado, o tripé não será capaz de libertar a economia brasileira de outra "possível trindade": altas taxas de juros reais, a apreciação da taxa de câmbio real e crescimento econômico muito baixo. Depois de analisar brevemente a base teórica sob o tripé macroeconômico, o artigo mostra por que este regime de política macroeconômica, se avaliado numa perspectiva de longo ou médio prazo, não tem sido capaz de garantir a estabilidade dos preços nem o crescimento econômico. Além da sugestão de romper com a estratégia brasileira de crescer com poupança externa, o documento também sugere três principais formas de mudar o modus operandi do tripé brasileiro: i aumentar o horizonte de tempo para atingir a meta de inflação, como tem sido o experiência da maioria dos países que adotam esse regime de política monetária; ii restaurar o papel anticíclico da política fiscal brasileira; e iii adotar uma combinação de mecanismos que visem prevenir que a moeda brasileira entre em uma nova tendência cíclica da apreciação em termos reais.

  1. Bolsa Família e desigualdade da renda domiciliar entre 2006 e 2011 = Bolsa Família and inequality of household income between 2006 and 2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho, Cleusení Hermelina de

    2014-01-01

    Full Text Available Os programas de transferência condicionada de renda têm crescentemente desempenhado um papel importante no combate à pobreza em vários países da América Latina, principalmente no Brasil. O objetivo deste artigo é analisar a contribuição do programa Bolsa Família na diminuição da desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil, entre 2006 e 2011. Para isso, analisa-se a participação relativa de oito fontes de renda – trabalho, aposentadorias, programa Bolsa Família (variável proxy, pensões, abonos, doações, aluguéis e juros – no Brasil e nas suas cinco macrorregiões. Assim, além do artigo detalhar a técnica matemática utilizada para decompor o Índice de Gini, apresenta e discute os resultados empíricos encontrados para o Brasil e suas macrorregiões. Dentre os resultados, destaca-se a capacidade do programa Bolsa Família em contribuir para a queda da desigualdade da renda domiciliar nacional, o que se explica por sua acentuada focalização

  2. Novos olhares para as desigualdades de oportunidades educacionais: a segregação residencial e a relação favela-asfalto no contexto carioca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariane Campelo Koslinski

    2012-09-01

    Full Text Available Desde o período do pós-guerra, a discussão sobre fatores que exercem impacto sobre a produção e reprodução de desigualdades sociais e educacionais oscilou entre explicações otimistas sobre a expansão dos sistemas escolares e outras que concedem peso à origem socioeconômica dos alunos e/ou a fatores relacionados a processos escolares. O artigo discute a tradição de estudos quantitativos que tiveram origem no Relatório Coleman (1966 e seus desdobramentos nos estudos de efeito escola e, posteriormente, de efeito vizinhança. Concentra sua análise nos limites e possibilidades trazidos pela literatura de efeito vizinhança e da geografia de oportunidades para a compreensão de mecanismos mediadores entre a segregação residencial e resultados escolares. Discute estudos que partiram desse arcabouço teórico e metodológico, focalizando o contexto brasileiro. Pontua os próximos desafios para se avançar na compreensão da organização social do território e as desigualdades educacionais nesse contexto.

  3. Pobreza, desigualdade e eqüidade em saúde: considerações a partir de uma perspectiva de gênero transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karen Giffin

    Full Text Available Este trabalho aborda a atualização das desigualdades de gênero que ocorrem no Brasil nas últimas duas décadas, sob a hegemonia das políticas macroeconômicas de cunho neoliberal. No centro desta análise, um conceito de gênero transversal é aplicado a questões da saúde reprodutiva (contracepção e aborto, parto e pré-natal, gravidez na adolescência, mortalidade materna e reprodutiva, DST/AIDS e violência, entre outras permitindo relacionar os gêneros e comparar mulheres de diferentes classes sociais. A história do PAISM (Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, por outro lado, revela a complexa articulação entre uma política pública nacional que foi fortemente influenciada pelo movimento de mulheres, mas permeável a interesses heterogêneos no contexto internacional. Serve como exemplo da apropriação e esvaziamento de propostas e princípios advindos deste movimento social, mas rearticulados para encobrir o aprofundamento das desigualdades de classe e de gênero.

  4. Pobreza, desigualdade e eqüidade em saúde: considerações a partir de uma perspectiva de gênero transversal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giffin Karen

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho aborda a atualização das desigualdades de gênero que ocorrem no Brasil nas últimas duas décadas, sob a hegemonia das políticas macroeconômicas de cunho neoliberal. No centro desta análise, um conceito de gênero transversal é aplicado a questões da saúde reprodutiva (contracepção e aborto, parto e pré-natal, gravidez na adolescência, mortalidade materna e reprodutiva, DST/AIDS e violência, entre outras permitindo relacionar os gêneros e comparar mulheres de diferentes classes sociais. A história do PAISM (Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, por outro lado, revela a complexa articulação entre uma política pública nacional que foi fortemente influenciada pelo movimento de mulheres, mas permeável a interesses heterogêneos no contexto internacional. Serve como exemplo da apropriação e esvaziamento de propostas e princípios advindos deste movimento social, mas rearticulados para encobrir o aprofundamento das desigualdades de classe e de gênero.

  5. El trabajo decente, una alternativa para reducir la desigualdad en la globalización: el caso de México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Gálvez Santillán

    2016-01-01

    Full Text Available La globalización de la economía en la época actual ha propiciado, entre otras cosas, un aumento en la desigualdad económica y en la precarización laboral, tanto entre los paí- ses como dentro de ellos. La Organización Internacional del Trabajo elaboró la propuesta Trabajo decente , como alternativa para avanzar hacia una mayor igualdad, promover condi- ciones mínimas para que los trabajadores puedan cubrir sus necesidades básicas, laborar en el marco de la legislación vigente y fomentar el derecho a la participación sindical. En este artículo se tomó el caso de México para ejemplificar cómo la globalización económica ha contribuido a profun- dizar las desigualdades. También se analizan las condicio- nes de trabajo decente en las regiones noreste (Coahuila, Nue- vo León y Tamaulipas y sur (Chiapas, Guerrero y Oaxaca, donde hay grandes contrastes, muestra los aspectos en los que se pueden aplicar políticas para mejorar la calidad de los empleos, y avanzar hacia una mayor igualdad.

  6. A DESCONSTRUÇÃO DA REPRESENTATIVIDADE SOCIAL DO POBRE NO CONTEXTO DO ACUMULO DE CAPITAL E DA DESIGUALDADE SOCIAL A PARTIR DE GOIÂNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Oliveira Seabra Guimaraes

    2015-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo compreender as construções sociais do apontamento da cidade de Goiânia como uma das cidades com maior índice de desigualdade social do Brasil e do Mundo, conforme relatório da ONU-Habitat em 2010, tendo por resultado iminente a pobreza partilhada por um número considerável de pessoas que vivem nas periferias goianas. Entende-se que a pobreza e a desigualdade social são fatores constitutivos da figuração do pobre no contexto do Capitalismo contemporâneo. Indivíduos estes que perpassam da condição humana para o estado de objetos exploráveis dos donos de capital. Neste percurso, os pobres são marginalizados pela condição social-econômica, perdem o status de cidadania, são estereotipados a partir da criminalização, vivem gangorreando entre o desemprego e os subempregos, se tornam consumidores da filantropia do Terceiro Setor e os jovens pobres se sustentam numa desesperança da educação pública. Compreende-se, então, que existe uma historicidade destes sujeitos e sua representatividade na presente modernidade tardia.

  7. VIH/SIDA EN COLOMBIA: ANÁLISIS DE LA RELACIÓN ENTRE DE LA DESIGUALDAD SOCIAL, SALUD Y CONFLICTO ARMADO 2002-2008.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeadran Nevardo Malagón Rojas

    2011-09-01

    Full Text Available El presente estudio ilustrará la relación que existe entre desigualdad social, VIH/SIDA y conflicto armado en Colombia 2002 - 2008. Métodos: Las variables del estudio fueron determinadas de acuerdo con el Índice de Riesgo de Situación Humanitaria. Los datos proporcionados fueron cruzados y estudiados mediante análisis bivariado. Resultados: El análisis de los resultados mostró dos tendencias: un grupo de departamentos con índices de Desarrollo Humano mayores a la media nacional, que presentaron altas tasas de violencia armada y de incidencia de VIH/SIDA. Otro grupo con bajos niveles de desarrollo y pobreza, altas cifras de violencia armada, pero bajas tasas de incidencia de VIH/SIDA. Conclusiones:En el caso colombiano existe una relación demostrable entre conflicto armado, desigualdad social y VIH/SIDA, aunque el nexo de causalidad no es plenamente identificable en el caso de poblaciones donde el conflicto armado ha afectado la operativización de los servicios de Vigilancia en Salud.

  8. Desigualdade de rendimentos por Gênero Intra-ocupações no Brasil, em 2004 Inequality of incomes for gender in Brazil, 2004

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Nogueira Cambota

    2007-08-01

    Full Text Available Uma das características mais marcantes do mercado de trabalho brasileiro é o diferencial de rendimentos entre raças e gênero. Diante disso, este trabalho pretende verificar se há nesse mercado desigualdade de rendimentos por gênero para os indivíduos alocados em uma mesma ocupação, segundo sua auto-identificação racial. Para tanto, serão utilizados os dados da PNAD 2004 e uma metodologia semiparamétrica - estimador do núcleo. Os exercícios contrafactuais sugerem evidências de discriminação contra mulher intra-ocupação, sendo esta visualmente mais evidente nas ocupações com maior escolaridade. Verificou-se ainda que a desigualdade de rendimentos é maior para os quantis mais elevados da distribuição.One of main characteristics of Brazilian labor market is the male-female and the black-white wage differential. So this paper looks for evidences of female wage inequality for black and white individuals who are allocated in same occupation. For this aim, we used the data on the PNAD 2004 and a semiparametric method - kernel estimator. Counterfactual simulations showed visually the presence the discrimination against women workers for both races, it was visually higher in the occupation with higher schollarship. The female wage inequality also increased for higher wages.

  9. Desigualdades de classe e gênero e saúde mental nas cidades Class and gender inequalities and mental health in the cities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Bernarda Ludermir

    2008-09-01

    Full Text Available O caráter social da doença mental se expressa objetivamente na sua distribuição desigual entre homens e mulheres e entre diferentes classes sociais. Essas desigualdades representam um persistente achado na literatura. Diversos autores têm encontrado alta prevalência dos Transtornos Mentais Comuns (TMC em mulheres, nos excluídos do mercado formal de trabalho, nos indivíduos de baixa renda e nos de baixa escolaridade. Alguns estudos fundamentais para a visão contemporânea sobre as desigualdades de classe e gênero dos TMC são tratados neste artigo. As reflexões a respeito dos determinantes sociais da doença mental apontam desafios para a formulação de políticas públicas de saúde.The social nature of mental disorders is objectively apparent from its unequal distribution between men and women and between social classes. These inequalities are recurrent in the literature. Several authors have found high prevalence of Common Mental Disorders (CMD among women, among the unemployed and informal workers, the low income and the low educated individuals. Some studies, fundamental for the contemporary view on the inequalities between class and gender of the CMD, are here presented. Considerations about the social determinants of mental illness point to some challenges for mental health planners.

  10. Petróleo y legitimación de las desigualdades de clase: hacia una definición de la clase media comodorense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Soledad Barrionuevo

    2016-09-01

    Full Text Available Este artículo aborda un punto específico de una investigación que se interesa por las representaciones en torno a las desigualdades de clase y género en Comodoro Rivadavia, una ciudad petrolera de la Patagonia Argentina. Particularmente, nos interrogamos por la construcción de un grupo de establecidos locales que desprecia a los trabajadores petroleros y sus familias por al considerarlos “negros con plata”, en un contexto de muldimensionalidad de las desigualdades sociales signada por el desacople entre capital económico y capital cultural. Luego de presentar el problema de investigación y sus actores junto al abordaje metodológico, avanzamos hacia una posible definición de la clase media comodorense desde un punto de vista relacional y situado que exige pensar nuevas categorías explicativas. Sostendremos que se trata de una clase en conformación a partir de atributos móviles que, en tanto recursos de distinción cultural –sedimentados moralmente-, funcionan siempre que puedan mostrarse y ponerse en acción frente a la amenaza de pérdida de la hegemonía que representan los trabajadores petroleros y sus familias, que ven incrementados su capital económico y sus posibilidades de consumo a partir de altos salarios.

  11. Heterogeneidad y desigualdades de género en el sector Salud: entre las estadísticas y las percepciones sobre las condiciones de trabajo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Laura Aspiazu

    2016-04-01

    Full Text Available La Salud es una actividad que se caracteriza por su heterogeneidad, por tener una gran carga de cuidado en sus tareas y estar compuesta mayormente por mujeres, a la vez que es atravesada por múltiples déficits en las condiciones laborales y profundas desigualdades de género. Este artículo indaga sobre las condiciones laborales en el sector de la salud desde una perspectiva de género, a partir de datos estadísticos disponibles y de entrevistas en profundidad a trabajadores/as y dirigentes sindicales de la Salud. El análisis triangula datos cuantitativos y cualitativos acerca de las desigualdades en la inserción laboral entre varones y mujeres y las percepciones y discursos predominantes en el ámbito sindical al respecto, con el objetivo de identificar avances y limitaciones en la incorporación de un enfoque de género en el sector.

  12. Índices para medir las desigualdades de salud de carácter social basados en la noción de entropía

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Bacallao

    Full Text Available Los índices descritos en la literatura para medir las desigualdades de salud de carácter social tienen facetas positivas pero también algunas insuficiencias, según las circunstancias de su aplicación. El objetivo de este artículo es proponer y demostrar, en los planos teórico y práctico, las ventajas de las mediciones de la desigualdad basadas en la noción de entropía, conocida ampliamente en la física y la teoría de la información. Se definen y exponen las principales propiedades de los índices basados en las nociones de entropía y redundancia. Se ilustra su aplicación en dos conjuntos de datos ficticios y en datos reales, derivados de los indicadores básicos de salud para las Américas, de la Organización Panamericana de la Salud. Los índices basados en la noción de entropía poseen, entre otras, las siguientes propiedades: a no varían con los cambios de escala; b son simétricos; c incorporan la dimensión social, y d son fáciles de interpretar gracias a la condición de equivalencia entre la entropía y un sistema con dos clases.

  13. Desigualdade de renda e eficiência técnica na geração de bem-estar entre os estados brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emerson Marinho

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo estima as medidas de eficiência técnica dos estados brasileiros na geração de bem-estar, entre os anos de 1986 e 1998, utilizando o método não-paramétrico Data Envelopment Analisys (DEA. São utilizadas como medidas de bem-estar a medida de Sen e, alternativamente, o PIB per capita e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH. Adicionalmente, são calculadas as medidas de desigualdade de renda inter/intra-regional de Theil para se analisar a trajetória da desigualdade no Brasil como uma determinante do bem-estar. Comparando as medidas de desigualdade no início e no final do período, nota-se que apenas nas regiões nordeste e sudeste ocorreram reduções significativas da desigualdade e que as medidas de desigualdade totais não sofreram qualquer modificação significativa durante o período analisado. Quanto às medidas de eficiência na geração de bem-estar, o modelo utilizando a medida de bem-estar de Sen aponta os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Amazonas, Roraima e Amapá como sendo os mais eficientes na geração de bem-estar. O modelo com PIB per capita, replica basicamente os resultados anteriores. Finalmente, utilizando o IDH, os estados acima citados, mantém-se ainda como os mais eficientes com exceção do estado de São PauloIn this paper we utilize the Data Envelopment Analysis (DEA, a non-parametric method, to estimate measures of technical efficiency of the Brazilian states in the generation of welfare between 1986 and 1998. The basic welfare measures considered include the measure developed by Sen and, alternatively, GDP per capita and the Human Development Index (HDI. Additionally, Theil's inter and intra-regional income inequality measures are calculated so that the path of income inequality as a determinant of welfare could also be analyzed for Brazil. Comparing these inequality measures in the beginning and in the end of the period in analysis, we note that only in the Northeast and in the

  14. Beyond the income inequality hypothesis and human health: a worldwide exploration Más allá de la hipótesis de desigualdad en el ingreso e influenciar la salud humana: una exploración mundial Além da hipótese de desigualdade de renda e influência na saúde humana: uma exploração global

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alvaro J Idrovo

    2010-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze whether the relationship between income inequality and human health is mediated through social capital, and whether political regime determines differences in income inequality and social capital among countries. METHODS: Path analysis of cross sectional ecological data from 110 countries. Life expectancy at birth was the outcome variable, and income inequality (measured by the Gini coefficient, social capital (measured by the Corruption Perceptions Index or generalized trust, and political regime (measured by the Index of Freedom were the predictor variables. Corruption Perceptions Index (an indirect indicator of social capital was used to include more developing countries in the analysis. The correlation between Gini coefficient and predictor variables was calculated using Spearman's coefficients. The path analysis was designed to assess the effect of income inequality, social capital proxies and political regime on life expectancy. RESULTS: The path coefficients suggest that income inequality has a greater direct effect on life expectancy at birth than through social capital. Political regime acts on life expectancy at birth through income inequality. CONCLUSIONS: Income inequality and social capital have direct effects on life expectancy at birth. The "class/welfare regime model" can be useful for understanding social and health inequalities between countries, whereas the "income inequality hypothesis" which is only a partial approach is especially useful for analyzing differences within countries.OBJETIVO: Analizar si la relación entre la desigualdad la renta y la salud humana está determinada por el capital social, y si el régimen político determina la distribución de desigualdad de renta en los países. MÉTODOS: Estudio ecológico de trayectorias utilizando datos transversales de 110 países. La esperanza de vida al nacer fue la variable resultado, y la desigualdad en la renta (medida con el coeficiente de Gini

  15. La función del estado de naturaleza en El origen de la desigualdad entre los hombres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Prieto, Martín

    2011-12-01

    Full Text Available En este trabajo pretendo exponer y analizar la figura teórica del estado de naturaleza tal como es presentada en El origen de la desigualdad entre los hombres de Jean Jacques Rousseau, para determinar qué intención tiene y qué papel juega en el desarrollo del argumento de esta obra, y en su relación con el propósito general que allí comienza y que realizará sobre todo en El contrato social. Argumentaré la inviabilidad de interpretaciones de corte histórico, antropológico y psicológico, debilitando la importancia del aspecto descriptivo sobre la naturaleza humana que aun está presente en el texto, y concluiré que el principal impulso de esta figura teórica, construida filosóficamente, es el de proponer las bases argumentativas para un modelo político, y su contenido ha de tomarse como la disposición de los elementos prescriptivos que darán forma a su ambición ética y política. Más concretamente, argumentaré en contra de la posición de John Scott, quien sostiene una interpretación de tipo psicologista del Segundo Discurso, pero a la vez sugiero que la naturaleza prescriptiva de este tratado no anula el valor especulativo del mismo. Para ello, utilizaré la teoría de Aristóteles de la poesía y las consideraciones de Ricoeur sobre la narración para realizar una defensa de la capacidad de la figura del estado de naturaleza de ofrecer una imagen de la naturaleza humana en relación a sus posibilidades políticas, basada en otra forma de entender la historia y la filosofía política del iusnaturalismo.

  16. CRECIMIENTO ECONÓMICO, DESIGUALDAD SOCIAL Y MEDIO AMBIENTE: EVIDENCIA EMPÍRICA PARA AMÉRICA LATINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Correa Restrepo

    2007-01-01

    Full Text Available Este artículo tiene como objetivo realizar un análisis económico de la validez de la hipótesis de la Curva Ambiental de Kuznets para América Latina. Adicionalmente, busca comprobar empíricamente la hipótesis según la cual las desigualdades socioeconómicas son factores determinantes en la explicación de la calidad ambiental. Los resultados encontrados en este trabajo permiten concluir que es necesario revaluar la hipótesis de la curva ambiental de Kuznets no sólo en función de los problemas metodológicos, sino también con respecto a la conceptualización del término medio ambiente. Igualmente, reconociendo que la Curva Ambiental de Kuznets sólo se restringe a la relación entre contaminación y crecimiento económico, se concluye que los países de la región deben esforzarse en implementar políticas públicas que logren hacer más corto el tiempo para alcanzar el punto umbral necesario.This article aims at carrying out an economic analysis over the validity of the hypothesis of Kuznets' Environmental Curve for Latin America. Furthermore, it aims at empirically verifying the hypothesis that social and economical inequalities are determining factors in the explanation of the environmental quality. The outcome of the research allows us to conclude that it is necessary to re-evaluate the hypothesis of Kuznets' Environmental Curve not only based upon the methodological problems, but also in regards to the conceptualization of the Environment. Also, recognizing that Kuznets' Environmental Curve is only restricted to the relation between pollution and economical growth, this work concludes that the countries of the region must make an effort to implement public policies that would save time to reach the necessary threshold point.

  17. Satisfação dos usuários do sistema de saúde brasileiro: fatores associados e diferenças regionais User satisfaction in the Brazilian health system: associated factors and regional differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Campozana Gouveia

    2009-09-01

    Full Text Available Desenvolver modelos de avaliação de satisfação que permitam comparar sistemas de saúde de diversos países é um esforço recente no Brasil. Esse tipo de avaliação representa importante ferramenta para desenvolver estratégias de gestão para o setor. Objetivo: identificar fatores e avaliar diferenças regionais do grau de satisfação dos usuários do sistema de saúde brasileiro, analisando os resultados da Pesquisa Mundial de Saúde (PMS e Pesquisa Mundial de Saúde com foco na Atenção Básica (PMS-AB. Foi realizado estudo avaliativo de corte transversal, onde as amostras foram selecionadas de forma aleatória. Foram incluídas pessoas maiores de 18 anos que utilizaram o sistema de saúde em períodos anteriores às coletas de dados. Enquadraram-se nos critérios de inclusão 3.932 usuários da PMS e 591 da PMS-AB. Aplicou-se modelo logístico multivariado, tendo como variável dependente a satisfação e, como variáveis independentes, sexo, idade, escolaridade, forma de pagamento de serviço, situação conjugal, autopercepção de saúde, doença de longa duração, diagnóstico de depressão, tristeza, número de moradores por domicílio, tipo de construção, estratos geográficos e indicador de bens. Os resultados revelaram que ser jovem, usuário exclusivo do SUS, ter baixa escolaridade e autopercepção de saúde ruim gerou mais chances de insatisfação dos usuários com o sistema de saúde brasileiro. Os moradores da Região Sul do país estão mais satisfeitos com o atendimento em saúde, enquanto para pernambucanos as chances de satisfação são menores quando se avalia a qualidade dos serviços de saúde. Os moradores desse estado apresentaram maior insatisfação na resolução de seus problemas de saúde quando precisaram de internação.Developing evaluation models of satisfaction that allow comparing health systems in different countries is a recent effort in Brazil. This is an important tool for building management

  18. Effect of cut type on fresh-cut 'menina brasileira' zucchini quality Efeito do tipo de corte na qualidade de abobrinha 'Menina Brasileira' minimamente processada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brígida Monteiro Vilas Boas

    2011-12-01

    Full Text Available Market sales of ready-to-use fresh fruit and vegetables have grown quickly in the recent years as a result of changes in consumer attitudes. The goal of this work was to evaluate the effect of two kinds of cuts on the physiological, physical, physical-chemical, chemical and biochemical traits of fresh-cut 'Menina Brasileira' zucchini stored in rigid polypropylene packages, with lids of the same material containing sliced and grated zucchini and stored at 5º C, for 15 days. The variables respiratory rate, pH, L* value, soluble pectin, PME and PG activity, was interactively affected by the cut type and storage time factors. The variables mass loss, phenylalanine ammonia-lyase activity and total pectin variable were only significantly affected by storage time factor. It can be concluded that sliced 'Menina Brasileira' zucchini shows a higher titratable acidity and soluble solids and a lower respiratory rate, pectin soluble and phenylalanine ammonia-lyase activity when compared with grated zucchini, contributing to the preservation of quality attributes.As vendas no mercado de frutas e hortaliças frescas prontas para o consumo têm crescido rapidamente nos últimos anos como resultado de mudanças nas atitudes dos consumidores. Neste trabalho objetivou-se avaliar o efeito de dois tipos de cortes nas características fisiológicas, físicas, químicas, físico-químicas e bioquímicas de abobrinha 'Menina Brasileira' minimamente processada, armazenada a 5º C em embalagens de polipropileno rígido, com tampas do mesmo material, contendo abobrinha fatiada e ralada, por 15 dias. As variáveis taxas respiratórias, pH, valor L*, pectina solúvel, atividade de PME e PG, foram interativamente afetadas pelos fatores tipo de corte e tempo de armazenamento. As variáveis perda de massa, atividade da fenilalanina amônia-liase e a pectina total foram afetadas significativamente apenas pelo fator tempo de armazenamento. Pode-se concluir que a abobrinha

  19. Medidas de desigualdad en salud: la discusión de algunos aspectos metodológicos con una aplicación para la mortalidad neonatal en el Municipio de Rio de Janeiro, 2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Szwarcwald Célia Landmann

    2002-01-01

    Full Text Available La relación entre las condiciones de salud de la población y los diferentes factores sociales y económicos está siendo investigada por la Epidemiología desde sus comienzos. De modo consensual, los estudios están evidenciando que la salud de la población presenta un fuerte gradiente social, invariablemente desfavorable a los grupos socialmente menos privilegiados. El interés creciente en entender y caracterizar las desigualdades en salud ha ampliado la discusión, en la literatura reciente, sobre la conceptualización y la metodología propias para medir las diferencias de las condiciones de salud por cada grupo socioeconómico. En el presente trabajo, se realiza una apreciación crítica de la evaluación de desigualdades socioeconómicas en salud, teniéndose en consideración los siguientes aspectos: el principio de redistribución; la influencia de la distribución de renta; el análisis del problema bajo la óptica de los modelos epidemiológicos y estadísticos; la actuación del sistema de salud en la reducción de las desigualdades. Como ejemplo, son analizadas las desigualdades de la mortalidad neonatal en el Municipio de Río de Janeiro, 2000, según el grado de educación de la madre. Los índices son comparados, examinándose los atributos mínimos necesarios con la definición de las medidas adecuadas a las desigualdades socioeconómicas en salud.

  20. Análisis de desigualdades en el trato adecuado en las Unidades de Atención Primaria de los Servicios Estatales de Salud de México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Díaz de León Castañeda

    2018-01-01

    Full Text Available Objetivo: Analizar desigualdades en el trato adecuado en la atención a pacientes sin seguridad social que utilizan servicios de salud ambulatorios en las Unidades de Atención Primaria (UAP de los servicios estatales de salud de la Secretaría de Salud, en México.Métodos: Se trata de un diseño transversal y ecológico que plantea como unidades de análisis las entidades federativas de México. Se utilizaron datos de tiempo de espera y percepción de calidad en la atención que reportaron los usuarios en la Encuesta Nacional de Salud y Nutrición (ENSANUT 2012. Se plantearon algunos Indicadores de Trato Adecuado (ITA, y se calcularon indicadores de desigualdad sugeridos en la literatura. Asimismo, se recopilaron de la literatura Indicadores Proxy de Determinantes Sociales de la Salud (IPDSS con fines de analizar la posible asociación entre ITA e IPDSS a través de análisis de correlación y regresión (índice de efecto.Resultados: Se identificaron desigualdades en los ITA planteados entre las entidades federativas de México, principalmente en los indicadores de tiempo de espera (disparidad absoluta 52.7 min y disparidad relativa 1.9 para la media estatal en tiempo de espera. Asimismo, se identificaron asociaciones significativas entre ITA e IPDSS. Particularmente, se encontró asociación entre todos los ITA propuestos y la tasa estatal de UAP, aunque con débil índice de efecto.Conclusiones: Persisten desigualdades en el trato adecuado durante la prestación de servicios ambulatorios a población sin seguridad social. Es necesario trabajar más en subsanar desigualdades y promover la equidad en salud.

  1. Remesas ¿salida de la desigualdad en países latinoamericanos? Un estudio comparativo entre Ecuador y México; Remessas: saída da desigualdade em países latina americana? Um estudo comparativo entre Equador e México; Remittances: exit inequality in Latin American countries? A comparative study between Ecuador and Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gaibor Monteros

    2017-07-01

    Full Text Available Resumen: Esta investigación va encaminada al análisis del papel de las remesas en los ingresos de los hogares de Ecuador y México para el año 2007– 2014 y 2008-2014 respectivamente, con el objetivo de demostrar que no son significativas en mejorar la distribución de la renta, para esto se utilizan datos de ingresos de los hogares de encuestas de ambos países para posteriormente procesarlos mediante software estadístico  y obtener un índice de Gini por deciles que nos otorgará un mejor contraste de la situación de desigualdad. Se llegó a la conclusión de que las remesas no son representativas para mejorar la situación de desigualdad ya que no existe una variación significativa de los índices de Gini por deciles en ambos países. Palabras clave: Migración, Remesas, Desigualdad, Desarrollo.   Resumo: Esta pesquisa se encaminha pela análise do papel das remesas nos ingressos nos lugares no Equador e no México nos anos de 2007-2014 e 2008-2014 respectivamente, com o objetivo de demonstrar que não são indicativos de melhora na distribuição da renda. Para isso se utilizam dados de ingresso de lugares em pesquisas em ambos os países para posteriormente serem processados em software estatistico e obter um índice de Gini que permitirá um melhor contraste na situação de desigualdade. Chegou-se a conclusão de que as remessas não são representativas para melhorar a situação de desigualdade já que não existe uma variação significativa dos índices de Gini em ambos os países. Palavras-chaves: Migração, Remessas, Desigualdade, Desenvolvimento.   Abstract: This research is aimed at analyzing the role of remittances in the income of households in Ecuador and Mexico for 2007-2014 and 2008-2014, respectively, in order to demonstrate that they are not significant in improving the distribution of income. For this we use income data from the households of surveys of both countries to later process them using statistical

  2. A encruzilhada brasileira na ordem ambiental internacional das mudanças climáticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Gamba

    2013-01-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um relato sobre a Décima Oitava Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-18, realizada entre os dias 26 de novembro e 7 de dezembro de 2012, em Doha, no Emirado do Qatar. Além disso, analisa as posições brasileiras no encontro. Para tal, baseia-se em informações obtidas no evento para analisar as posições brasileiras nas negociações da ordem ambiental internacional das mudanças climáticas. O artigo conclui que o Brasil está em uma encruzilhada: permanecer junto ao grupo G77 + China ou liderar as negociações, com os ônus que ela apresenta, diante de sua posição no sistema internacional.

  3. A Revista Brasileira de Enfermagem: apontando perspectivas para sua análise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian Santos Paiva

    2002-02-01

    Full Text Available Esse ensaio propõe algumas reflexões sobre o modo de analisara Revista Brasileira de Enfermagem. A Revista, instrumento de disseminação de conhecimentos e ideologia da enfermagem, tem sido objeto de poucos estudos na profissão. No ensaio, as autoras tomam como referência teórica o triângulo da significação de Pierre Lévy e aspectos da teoria feminista como pontos de partida para a análise proposta. Numa perspectiva para além do formal, a Revista pode e deve ser analisada enquanto um objeto que produz, na sua relação com as enfermeiras, elementos que compõem a cultura, o conhecimento e a simbologia da enfermagem brasileira.

  4. PLANEJAMENTO DA PAISAGEM E PLANEJAMENTO URBANO: REFLEXÕES SOBRE A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA

    OpenAIRE

    Ugeda Júnior, José Carlos

    2016-01-01

    O objetivo deste artigo é caracterizar a urbanização brasileira apresentando os padrões desse processo, que segue a lógica da urbanização nos países em desenvolvimento. Tal processo de urbanização ocorre tardia e aceleradamente e geralmente seguindo um planejamento urbano ineficaz, sendo que o fenômeno da periferização e o surgimento das favelas se sucedem à revelia do poder público. Essas e outras situações que ocorreram ao longo da história da urbanização brasileira contribuíram para o surg...

  5. Classificação internacional das atividades de enfermagem: uma amostra da realidade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Magda Rojas Yoshioca

    1993-12-01

    Full Text Available O estudo constituiu-se de levantamento bibliográfico com objetivo de identificar os termos referentes as atividades de enfermagem: diagnosticar, prescrever e avaliar. O levantamento foi realizado em revistas, dissertações e teses da enfermagem brasileira, do acervo da biblioteca da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo e do catalogo de pesquisas e pesquisadores de enfermagem do Centro de Estudos e Pesquisas da Associação Brasileira de Enfermagem, no periodo de 1988 a 1992. Oas 119 publicações encontradas identificou-se que 53,5% referiam-se ao termo prescrição de enfermagem, 39,0% ao diagnóstico de enfermagem e 7,5% a avaliação da assistência. Cada um destes termos recebeu denominações diferentes, o que denota a necessidade de padronização de linguagem.

  6. AIDS e doenças oportunistas transmissíveis na faixa de fronteira Brasileira

    OpenAIRE

    Rodrigues-Júnior,Antonio Luiz; Castilho,Euclides Ayres de

    2010-01-01

    INTRODUÇÃO: A transmissão do HIV e de outras doenças transmissíveis, de pessoa a pessoa, pode ser associada à mobilidade humana. Este trabalho avaliou a incidência de doenças oportunistas transmissíveis entre os casos de AIDS, nos municípios da faixa de fronteira brasileira. MÉTODOS: Os municípios da faixa de fronteira brasileira foram agrupados em três regiões culturais; foram consideradas as notificações feitas ao Ministério da Saúde, entre 1990 e 2003, que tenham sido feitas com os critéri...

  7. Nacionalismo musical e “invasão cultural” na linha evolutiva da Música Popular Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Saraiva Nery

    2015-05-01

    Full Text Available O trabalho mostra a objetivação histórica do conceito de linha evolutiva na Música Popular Brasileira, a partir de uma situação dos debates sobre o ser da MPB entre os meados da década de 1960 e por toda a década de 1970. Assim sendo, trata-se de um estudo sobre as tensões no campo da música brasileira a partir da noção de “linha evolutiva na MPB”, formulada por Caetano Veloso, em meados da década de 1960 e que, desde então, passou a ser um significativo parâmetro para se pensar a MPB.

  8. Exclusão social fenômeno totalitário na democracia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarah Escorel

    1993-01-01

    Full Text Available O artigo distingue conceitualmente três abordagens da temática da democracia e o desenvolvimento de cada uma delas na sociedade brasileira: democracia como valor, como processo e como conteúdo substantivo. Detendo-se nessa última abordagem, apresenta a categoria de exclusão social, construída e analisada por Hannah Arendt em Origens do totalitarismo, como elemento conceitual que permite refletir e compreender melhor a situação de amplas parcelas da população brasileira. A análise permite identificar no Brasil a existência de um processo com regras democráticas que convive com um conteúdo substantivo totalitário, a exclusão social com violência.

  9. El impacto de la financiación de la asistencia sanitaria en las desigualdades The impact of healthcare financing on health inequalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa M. Urbanos

    2004-05-01

    Full Text Available El presente trabajo examina el impacto de la financiación de la asistencia sanitaria sobre las desigualdades en la oferta, el acceso y la utilización de los servicios de salud. El nuevo modelo de financiación autonómica y sanitaria, pese a las iniciales ganancias de equidad y suficiencia en el momento de su puesta en funcionamiento, introduce incertidumbre con respecto al volumen de recursos que en el futuro podrán dedicar las comunidades autónomas a la financiación de la sanidad, lo que puede originar desigualdades en la oferta de servicios y en el acceso a la asistencia sanitaria. El Fondo de Cohesión Sanitaria, diseñado para financiar la atención a los desplazados, no parece el instrumento adecuado para garantizar la igualdad de acceso a las prestaciones en el conjunto del Sistema Nacional de Salud. Por otra parte, el cambio en la composición de las fuentes de financiación de la sanidad, en la medida en que otorgue más peso a los impuestos indirectos, puede acarrear pérdidas de equidad o progresividad. Finalmente, este trabajo discute el posible impacto de la actual asignación funcional del presupuesto sanitario, excesivamente sesgada hacia el ámbito de la atención especializada, en las desigualdades en su utilización.This article summarizes the impact of health care financing instruments on inequalities of supply, access and use of health care services. Firstly, the new scheme of regional and health care financing, apart from the initial gains in terms of equity and sufficiency, introduces uncertainty about the volume of resources that will be devoted to health care facilities by the regions. This fact may cause some inter-territorial inequalities in the health care supply and the access to public services. The Health Care Cohesion Fund, which was designed to guarantee equality of access to the National Health Service, is not the optimal instrument to achieve such an ambitious goal. Secondly, the change in composition of

  10. O papel do conhecimento no processo de internacionalização de uma multinacional brasileira

    OpenAIRE

    Martignago, Graciella

    2014-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2014. As multinacionais dos países emergentes ganharam expressão nosdiversos continentes, sobretudo a partir dos anos Noventa. Firmas daperiferia passaram a se mover rapidamente para tirar vantagens deoportunidades criadas pelos mercados internacionais e pelos padrõesglobais de desenvolvimento industrial. As multinacionais brasileiras seinserem neste...

  11. Brava gente brasileira e o "Brasil 500": o espetáculo do descobrimento

    OpenAIRE

    Bezerra, Kátia da Costa

    2011-01-01

    Tendo por base os estudos de Diana Taylor, Anthony Pagden e Jean Starobinski, este ensaio analisa a forma como o fi lme Brava gente brasileira dramatiza alguns dos confl itos presentes na reencenação da descoberta durante os festejos do “Brasil 500”. O propósito é refl etir sobre alguns dos intertextos envolvidos no processo de construção de um sentido de brasilidade.

  12. VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

    Science.gov (United States)

    Garcia Canalle, João Batista; Villas da Rocha, Jaime Fernando; Wuensche de Souza, Carlos Alexandre; Pereira Ortiz, Roberto; Aguilera, Nuricel Villalonga; Padilha, Maria De Fátima Catta Preta; Pessoa Filho, José Bezerra; Soares Rodrigues, Ivette Maria

    2007-07-01

    Neste trabalho apresentamos as motivações pelas quais organizamos, em conjunto, pela primeira vez, a Olimpíada Brasileira de Astronomia incluindo a Astronáutica, em colaboração com a Agência Espacial Brasileira. Esta ampliação contribuiu para atrair ainda mais alunos, professores, escolas e patrocinadores para participarem desta Olimpíada. Em 2005 participaram da VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (VIII OBA) 187.726 alunos distribuídos por 3.229 escolas, pertencentes a todos os estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. O crescimento em número de alunos participantes foi 52,4% maior do que em 2004. Em abril de 2005 organizamos, em Itapecerica da Serra, SP, um curso para os 50 alunos previamente selecionados e participantes da VII OBA e ao final selecionamos, dentre eles, uma equipe de 5 alunos, os quais representaram o Brasil na X Olimpíada Internacional de Astronomia, na China, em outubro de 2005. Ganhamos, pela primeira vez, uma medalha de ouro naquele evento. Em Agosto de 2005, organizamos a VIII Escola de Agosto para 50 alunos e respectivos professores, em Águas de Lindóia, SP, juntamente com a XXXI reunião anual da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Em novembro de 2005 realizamos a I Jornada Espacial, em São José dos Campos, com 22 alunos e 22 professores selecionados dentre os participantes que melhores resultados obtiveram nas questões de Astronáutica da VIII OBA. Neste trabalho detalhamos os resultados da VIII OBA bem como as ações subseqüentes.

  13. Ação anti-úlcera e cicatrizante de algumas plantas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elfriede Marianne Bacchi

    Full Text Available Apresentamos uma revisão de algumas plantas brasileiras, existentes na região de São Paulo, conhecida por sua ação anti-úlcera e cicatrizante. As espécies citadas neste trabalho são: sucupira, jucá,erva de bugre, taiuiá, cipó-chumbo,coipó-caboclo, carobinha, saião, cordão de frade, aroeira e estoraque do campo.

  14. Riqueza e desigualdades

    OpenAIRE

    Cattani,Antonio David

    2009-01-01

    Neste artigo, são analisadas as principais características e significados de um segmento específico dos detentores de altas fortunas provenientes da extração da riqueza na economia globalizada. Milionários e bilionários são designados pelos gestores financeiros como High Net Worth Individuals (HNWIs). Eles não constituem uma classe social com identidade, coesão e mobilização coletiva a partir de interesses homogêneos e articulados. Mas, como componentes dos setores dominantes internacionaliza...

  15. Paro juvenil o desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIS J. GARRIDO MEDINA

    1996-01-01

    Full Text Available Se plantea el paro como una de las consecuencias de la forma institucional en la que la sociedad española (como parte de la europea ha incorporado las mejoras de su calidad de vida. En contra de la opinión más extendida, se observa que, durante las tres últimas décadas, el sistema productivo ha expulsado de la ocupación a más trabajadores mayores que jóvenes. Tras unas consideraciones sobre el cambio de posición laboral de la mujer debido a la revolución reproductiva, al considerar el paro y la ocupación de los que ya han terminado los estudios se aprecia que el enorme incremento de dedicación a la formación de los jóvenes españoles coloca a los más cualificados en una posición de clara ventaja respecto a sus coetáneos, contradiciendo las conclusiones del conocido modelo mediterraneo de integración laboral. Se estudia la relación entre la política de contratación temporal y el acceso de los jóvenes al primer empleo, dejando en evidencia el desbloqueo de la primera integración al que dió lugar. La disminución drástica de puestos de trabajo de bajo nivel representa, más allá de la conocida reconversión industrial, una auténtica reconversión social. Finalmente, se apuntan unas posibles lineas de actuación para mejorar la integración laboral de los jóvenes.

  16. Respostas a auto cuidado de mulheres brasileiras em perimenopausa estudo piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Villela Mamede

    1991-09-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo testar a validade e confiabilidade do questionário de respostas ao auto cuidado (SCRQ em outras culturas e países além dos Estados Unidos - especificamente, foi de avaliar a possibilidade de uso do instrumento entre mulheres brasileiras em perimenopausa. Durante o processo de tradução para a língua portuguesa, algumas modificações foram realizadas no SCRQ. O instrumento traduzido foi aplicado durante entrevistas individuais - face a face - com 38 mulheres brasileiras. Os resultados da análise das respostas das mulheres mostraram que o SCRQ é confiável, culturalmente apropriado e adaptado, e assim pode ser empregado para medir padrões de respostas de auto cuidado entre mulheres brasileiras perimenopausais. Este estudo piloto demonstrou que a experiência da mulher em relação à menopausa e o conhecimento e interesse que ela tem sobre o assunto variam de pessoa para pessoa. Foram identificadas outras questões não abordadas pelo SCRQ que merecem ser investigadas, como por exemplo a quantidade e qualidade da atividade sexual durante todo o período menopausal.

  17. A educação nas constituições brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Recker Rabello Bulhões

    2009-02-01

    Full Text Available A preocupação do Poder Público, no que se refere à educação,encontra-se presente em todas constituições brasileiras: desde a primeiradelas, pós-independência, outorgada por D. Pedro I, em 1824; passando pelaRepublicana de 1891; a do Estado Novo de 1934; a de 1937; a de 1946,quando da redemocratização do país; seguida pela de 1967, de inspiraçãomilitar com limitação do poder da sociedade civil na escolha de seusgovernantes; com a agravante do AI-5 de 1968, que desencadeou a EmendaConstitucional no 1 de 1969, até chegarmos à Constituição de 1988, oitavaconstituição brasileira, denominada pelo seu principal artífice, o deputadoUlysses Guimarães, de “Constituição cidadã”. Apesar disso, observar-se queo enfoque dado à educação nas constituições brasileiras nem sempre foi omesmo, sofrendo consideráveis modificações com o decurso do tempo.

  18. Descontinuidades produtivas e tecnológicas na estrutura industrial da economia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosembergue Valverde

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a capacidade da economia brasileira de sustentar taxas de crescimento em longo prazo, considerando as complementaridades técnicas intersetoriais como vetor de absorção e difusão tecnológicas na estrutura industrial. Para realizar essa tarefa, recorre-se às teorias neo-schumpeteriana, que descrevem os processos de absorção e difusão tecnológicas e à construção de um modelo de crescimento multissetorial de inspiração neorricardiana do tipo Sraffa-Von Neumann. Em acordo com os procedimentos metodológicos adotados, identificam-se descontinuidades produtivas, características de estrangulamentos da produção, que comprometem as condições de crescimento de longo prazo e os processos de absorção e difusão tecnológicas da economia brasileira. Em conclusão, destaca-se a existência de pontos de estrangulamentos de produção em setores com elevado grau de basicidade, fundamentais para a reprodução da estrutura produtiva da economia brasileira.

  19. Estratégia e a internet: estudos de casos em empresas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Luis Cruz de Oliveira

    2016-03-01

    Full Text Available Resumo Esta pesquisa explora um período bastante peculiar e rico em experiências na internet brasileira, no qual as empresas utilizavam a internet como ferramenta estratégica a fim de obter um posicionamento diferenciado em contrapartida às iniciativas atuais, que utilizam modelos predefinidos para obter eficiência operacional. Através de estudos de caso (e-commerce de carros, operador portuário e internet banking observou-se que: (a a coerência da estratégia de negócios on-line pode trazer ganhos de competitividade; (b o modelo de negócios pode ser um constructo eficaz na formulação das estratégias on-line para empresas brasileiras atuando na internet; e (c algumas empresas brasileiras aproveitaram o potencial de criação de valor da internet para gerar eficiência, complementaridade, inovação e fidelização dos clientes em seus negócios.

  20. Desigualdades socioeconómicas y mortalidad infantil en Bolivia Socioeconomic inequalities and infant mortality in Bolivia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Maydana

    2009-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analizar las desigualdades socioeconómicas y su relación con la mortalidad infantil en los municipios de Bolivia en 2001. MÉTODOS: Estudio ecológico a partir de los datos del Censo Nacional de Población y Vivienda de 2001 para los 327 municipios de los nueve departamentos de Bolivia. La variable dependiente fue la tasa de mortalidad infantil (TMI y las independientes fueron indicadores socioeconómicos indirectos (la proporción de analfabetos mayores de 15 años y las características constructivas y sanitarias de las viviendas. Se describió la distribución geográfica por indicador y se analizó la relación entre la TMI y los indicadores socioeconómicos mediante el coeficiente de correlación de Spearman y el ajuste de modelos de regresión de Poisson. RESULTADOS: La TMI estimada para Bolivia en 2001 fue de 67 por 1 000 nacidos vivos. Las tasas fluctuaron entre OBJECTIVES: To evaluate socioeconomic inequalities and its relation to infant mortality in Bolivia's municipalities in 2001. METHODS: An ecological study based on data from the 2001 National Census on Population and Housing (Censo Nacional de Población y Vivienda covering the 327 municipalities in Bolivia's nine departments. The dependent variable was the infant mortality rate (IMR; the independent variables were indirect socioeconomic indicators (the percentage of illiterates older than 15 years of age, and the building materials and sanitation features of the houses. The geographic distribution of each indicator was determined and the associations between IMR and each socioeconomic indicator were calculate using Spearman's rank correlation coefficient and adjusted with Poisson regression models. RESULTS: The resulting IMR for Bolivia in 2001 was 67 per 1 000 live births. Rates ranged from < 0.1 per 1 000 live births in the Magdalena municipality, Beni department, to 170.0 per 1 000 live births in the Caripuyo municipality, Potosí department. The mean rate of

  1. El territorio lacustre chuj y las desigualdades en la frontera México-Guatemala: el caso de Tziscao y El Quetzal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ludivina Mejía González

    2015-02-01

    Full Text Available Las desigualdades que se presentan en la frontera México-Guatemala se deben a la presencia de diferentes grupos sociales que intervienen de manera distinta en este territorio, en donde la condición de nacional o extranjero (vista desde cada uno de los países es un elemento que permite acaparar oportunidades de manera diferenciada en cada lado de la línea de demarcación nacional. A pesar de que la frontera entre México y Guatemala tiene una mayor permeabilidad, existe un acceso diferenciado a los bienes a partir de la condición nacional de habitantes y poblados: Esto se mostrará a la luz del caso de Tziscao y El Quetzal.

  2. A voz da desigualdade e da miséria: reflexos discursivos no léxico da canção O meu guri

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheline Mattedi Tomazi

    2015-08-01

    Full Text Available O objetivo principal deste estudo é analisar as ideologias e as representações mentais que se materializam na prática discursiva social da canção O meu guri, de Chico Buarque, com base na proposta teórica sociocognitiva de van Dijk (1999, 2010, 2011, 2012. Para tanto, elegemos o léxico como categoria principal de análise. Os resultados iniciais indicam que as escolhas lexicais utilizadas para compor a canção desvelam uma vida de miséria e desigualdade social vivida por uma mãe e um adolescente em conflito com a lei. Este estudo espera contribuir com uma proposta de leitura crítica que problematize questões significativas para a sociedade que, são materializadas na linguagem pelo discurso como prática social.

  3. Desigualdad numérica entre hombres y mujeres en los consejos de administración en grandes empresas mexicanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignacio Javier Cruz

    2018-01-01

    Full Text Available El objetivo de esta investigación es mostrar la desigualdad numérica existente en los consejos de administración de grandes empresas mexicanas que favorece al género masculino. El ascenso laboral femenino es focalizado como instrumento para alcanzar un puesto en dichos consejos. Se lleva a cabo un conteo del número de mujeres miembros de consejos de administración dividido por tipo de consejeros. Los resultados indican que las mujeres ocupan entre 3.8 y 8% de los lugares existentes en consejos de administración, cifras que están muy por debajo de la evidencia internacional.

  4. Migración y trabajo en Estados Unidos. Polarización ocupacional y racialización de la desigualdad social en la postcrisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Canales

    Full Text Available Resumen Analizamos la inserción laboral de los migrantes latinoamericanos en los Estados Unidos en un escenario postcrisis. Nuestra tesis es que la dinámica laboral en ese país está configurada por dos procesos estructurales: i la polarización de la estructura de las ocupaciones, y ii la racialización de la estructura de clases y la desigualdad social. Si bien el racismo y la discriminación étnica desde siempre han formado parte de la estructura social de los Estados Unidos, lo relevante en la época actual es la dimensión y magnitud que ellos alcanzan, así como las tendencias que se estiman para las próximas décadas.

  5. ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI NO CONTEXTO DE DESIGUALDADES: UMA ANÁLISE SOBRE A COMUNICAÇÃO E O DIREITO NA SOCIEDADE

    OpenAIRE

    Azevedo, Kátia Simone; Reboucas, Gabriela Maia

    2017-01-01

    Este artigo explora o tema do adolescente em conflito com a lei a partir da relação entre os meios de comunicação e o direito em um contexto de desigualdades. Enquanto espaço hegemônico de informação e representante de um modelo de desenvolvimento a serviço do consumo e da violência, a mídia nega os direitos humanos ao promover um cenário de violações por meio do qual o sensacionalismo da notícia inviabiliza um projeto social coletivo comprometido com a formação cidadã. Do ponto de vista meto...

  6. DESIGUALDADES EN EL DESARROLLO GEOPOLÍTICO DE GÉNERO EN ESPAÑA 1980-2005. UN DETERMINANTE ESTRUCTURAL DE LA SALUD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Carrasco-Portiño

    2010-01-01

    los valores de los hombres superan a los de las mujeres en los primeros años, tornándose más altos para estas a partir de 1985, e Índice ingresos: el valorglobal de las mujeres en España en 2005 (0,814 es inferior al de los hombres 25 años antes (1980:0,867. Conclusiones: Las diferencias entre hombres y mujeres en los valores de los componentes del Índice de Desarrollo de Género se redujeron entre 1980-2005. Pese a la mejoría del desarrollo de género en España persisten las desigualdades interregionales norte-sur.

  7. Pobreza, injustiça, e desigualdade social: repensando a formação de profissionais de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Minardi Mitre Cotta

    Full Text Available A formação de profissionais de saúde, capazes de responder às demandas da coletividade, tem sido motivo de intensos debates, especialmente nas duas últimas décadas. Uma das questões centrais, neste contexto, é a crescente demanda por recursos humanos habilitados a atuar em situações onde a pobreza e a desigualdade são fatores determinantes e/ou agravantes dos processos de adoecimento. Com efeito, discutir a necessidade de mudanças na formação laboral em saúde, à luz dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS, é o objetivo do presente artigo.

  8. Notas para a interpretação das desigualdades raciais na educação Notes for the interpretation of racial inequalities in education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Oliveira Valverde

    2009-12-01

    Full Text Available Este artigo discute os dados educacionais compilados na 3ª edição do Retrato das desigualdades de gênero e raça, enfatizando a importância da compreensão de como as diferentes situações e os processos sociais vivenciados pelas crianças e pelos jovens brancos e negros no interior do sistema educacional afetam sua permanência, progressão e desempenho escolar. Como principais achados destacam-se a queda da histórica diferença de escolaridade entre brancos e negros de mais de 15 anos, a cristalização da diferença de escolaridade entre crianças brancas e negras de 7 a 14 anos e a menor taxa de crescimento do acesso ao ensino superior das mulheres negras em comparação aos homens negros. Por fim, é apontada a importância da articulação de diferentes ações para a superação das desigualdades raciais na educaçãoThis article discusses the educational data compiled in the 3rd Edition of the Gender and Race Inequalities Portrait, emphasizing the importance of understanding how the different situations and social processes experienced by white and black students affect their permanence, progression and performance in school. As main findings, we highlight: the decrease of the historical educational gap between whites and blacks aged over 15, the stagnation of the educational gap between white and black children from 7 to 14 years of age, as well as the slower rate of growth to access university by black women in comparison to that of black men. Finally, we argue in favor of integrating different kinds of policies to overcome the remaining racial inequalities in education

  9. Desigualdades de gênero na universidade pública:a prática dos docentes das ciências agrárias em estudo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Louise de Carvalho Fiúza

    Full Text Available Resumo Este estudo teve como objetivo analisar as desigualdades de gênero existentes entre os docentes do Centro de Ciências Agrárias (CCA da Universidade Federal de Viçosa (UFV, procurando identificar os fatores que poderiam influenciar esse viés de gênero. Buscou-se não apenas descrever as desigualdades de gênero nos espaços ocupados por homens e mulheres nos cursos de graduação e nos programas de pós-graduação do CCA/UFV, mas também compreender os mecanismos através dos quais as assimetrias de gênero se perpetuavam. Para tanto, utilizou-se o Currículo Lattes dos professores como fonte de informação para a análise das variáveis que apresentavam padrões diferenciados entre os docentes de ambos os sexos que atuavam nos programas de pós-graduação no campo das ciências agrárias na UFV. A análise dos dados relativos à distribuição por sexo também nos cursos de graduação do CCA visou a apresentar uma perspectiva completa das configurações de gênero em todas as instâncias acadêmicas: graduação, pós-graduação e docência. A grande pista que guiou as conclusões finais desta pesquisa foi alcançada a partir da percepção de que o vínculo de origem do docente mostrava relação com os padrões de orientação estabelecidos pelos professores na pós-graduação.

  10. Propuesta de políticas e intervenciones para reducir las desigualdades sociales en salud en España A proposal of policies and interventions to reduce social inequalities in health in Spain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    2012-04-01

    Full Text Available En noviembre de 2008, a petición de la Dirección General de Salud Pública y Sanidad Exterior del Ministerio de Sanidad y Política Social, se constituyó la Comisión para Reducir las Desigualdades Sociales en Salud en España con el cometido de elaborar una propuesta de medidas de intervención para disminuir las desigualdades en salud. El objetivo de este artículo es exponer el trabajo realizado y los documentos elaborados por la Comisión. Los 18 profesionales que la formaban realizaron un análisis de situación sobre las desigualdades en salud y las políticas para reducirlas, revisaron documentos internacionales y consultaron a 56 expertos de distintos ámbitos para elaborar una propuesta de recomendaciones para disminuir las desigualdades en salud. En mayo de 2010, la Comisión presentó el documento «Avanzando hacia la equidad: Propuesta de políticas e intervenciones para reducir las desigualdades sociales en salud en España». En el documento se detallan 166 recomendaciones, divididas en 14 áreas y ordenadas por prioridad. Las recomendaciones evidencian que la reducción de las desigualdades sociales en salud no es posible sin un compromiso para impulsar la salud y la equidad en todas las políticas y para avanzar hacia una sociedad más justa.In November 2008, at the request of the Directorate General of Public Health of the Ministry of Health and Social Policy, the Commission to Reduce Social Inequalities in Health in Spain was established with a mandate to develop a proposal for interventions to reduce health inequalities. This article aims to present the work carried out and the documents prepared by the Commission. The Commission, consisting of 18 members, conducted a situational analysis of health inequalities and of the policies to reduce them, reviewed international documents and consulted 56 experts from distinct fields to develop a proposal for recommendations to reduce health inequalities. In May 2010, the Commission

  11. As desigualdades escolares antes e depois da escola: organização escolar e influência dos diplomas Upstream and downstream school inequalities: School organization and diplomas influence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    François Dubet

    2012-04-01

    Full Text Available A escola reproduz as desigualdades sociais por ser mais favorável aos alunos social e culturalmente privilegiados. No entanto, essa "lei" é demasiado geral para explicar as grandes variações na amplitude dessa reprodução, reveladas pelas comparações internacionais. Partindo desses estudos, o artigo mostra, em primeiro lugar, que essas variações não se explicam diretamente pela amplitude das desigualdades sociais. Para explicá-las é preciso levantar duas outras questões. A primeira tange à organização dos sistemas escolares, os quais podem aumentar ou atenuar o impacto das desigualdades sociais sobre as desigualdades escolares. A segunda se refere aos impactos da escola, à influência dos diplomas para a mobilidade social. O artigo demonstra que, quanto mais determinante for o papel dos diplomas, mais marcadas serão as desigualdades escolares e mais rígida será a reprodução das desigualdades sociais. Finalmente, a função atribuída à escola pelas diversas sociedades determinará a amplitude da reprodução social. Contudo, essa análise foi realizada a partir de uma amostra de países, logo a realização de estudos qualitativos complementares seria muito útil para melhor compreender como ocorre a reprodução social.School reproduces social inequalities everywhere as it is more favorable to already advantaged pupils. This is, however, a too general "law" for explaining the large variations revealed by international comparisons in the amplitude of this reproduction. Relying upon these studies, this paper shows first that these variations cannot be explained directly by the amplitude of social inequalities. In order to explain them, two other factors must be raised. The first one concerns the organization of the school systems, which may either widen or mitigate the impact of pupils' social background on their academic achievement. The second one concerns the influence of diplomas on access to various social positions

  12. Desigualdades en salud y desigualdades sociales: un abordaje epidemiológico en un municipio urbano de Argentina Inequalities in health and socioeconomics: an epidemiological undertaking in an urban area of Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Alazraqui

    2007-01-01

    salud-enfermedad-atención, en particular, la tasa de embarazos en adolescentes y la mortalidad por tumores de mama en mujeres mayores de 40 años. Estos resultados son de gran utilidad para diseñar intervenciones específicas dirigidas a reducir desigualdades en el nivel local.OBJECTIVES: To understand how certain socioeconomic factors interact with health indicators at the local level, so that health inequalities may be better addressed. METHODS: Several epidemiological methods were applied to study the 431 census block groups of the Lanús municipality in the province of Buenos Aires, Argentina, from January 1995 to December 2002. Using a cluster study, the block groups were categorized according to demographic and socioeconomic traits. A spatial distribution analysis was conducted of each health-related event in terms of its geographic location (georeference, and comparisons were drawn using box-plot charting for each group. Four types of demographic and socioeconomic data were gathered from the 1991 National Population and Housing Census: housing adequacy, overcrowding, percentage of persons 65 and older in the household, and level of education. The health indicators studied were vaccination coverage among children entering primary school, teen pregnancy rates, and breast cancer mortality rates in women over 40 years old. RESULTS: Teen pregnancy rates fell as socioeconomic conditions improved (chi2 = 60.7452; P = 4.074 ´ 10-13. In contrast, the breast cancer mortality rate among women over 40 was higher among those with a better standard of living (chi2 = 12.9766; P = 0.0047. Although the average number of children with incomplete vaccination schedules at school entry decreased with improved socioeconomic conditions, the difference was not statistically significant (chi2 = 6.3993; P = 0.0937. CONCLUSIONS: The combined methodologies confirmed the correlation between socioeconomic factors and health indicators, especially regarding teen pregnancy and breast cancer

  13. Desigualdades en la salud mental de la población ocupada Inequalities in mental health in the working population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Immaculada Cortès

    2004-10-01

    Full Text Available Objetivos: Analizar las desigualdades en la salud mental según el género y la cualificación del trabajo de la población ocupada, e identificar los factores laborales de riesgo psicosocial y las condiciones de empleo asociadas con el estado de salud mental de esta población. Métodos: Estudio transversal con datos de la Encuesta de Salud de Barcelona de 2000. Se incluyó la población ocupada de 16 a 64 años de edad (2.322 hombres y 1.836 mujeres. El estado de salud mental se midió con el cuestionario GHQ-12. Se ajustaron modelos de regresión logística para calcular las odds ratio ajustadas (ORa con intervalos de confianza (IC del 95%. Resultados: La prevalencia de mala salud mental varió del 8% en los hombres con ocupaciones no manuales al 19% en las mujeres con ocupaciones manuales. Las mujeres presentaban un mayor riesgo de mala salud mental que los hombres, aunque las diferencias de sexo fueron superiores entre las trabajadoras manuales (ORa respecto a los hombres del mismo grupo = 2,26; IC del 95%, 1,68-3,05. Las diferencias según la cualificación profesional solamente se presentaron en las mujeres, con una ORa de 1,58 (IC del 95%, 1,22-2,05 de las trabajadoras manuales respecto a las no manuales. Los factores de riesgo psicosocial se asociaron con la salud mental: las exigencias psicológicas en todos los grupos, la autonomía sólo en las ocupaciones no manuales y el apoyo social únicamente en las mujeres más cualificadas. Algunas condiciones de empleo, como trabajar en jornada partida o con un contrato temporal, sólo se asociaron con la salud mental en las ocupaciones manuales. Conclusiones: La salud mental de la población ocupada se relaciona con la cualificación profesional y el género; la situación más desfavorable corresponde a las mujeres, especialmente las que tienen ocupaciones manuales. Los factores laborales de naturaleza psicosocial se asocian con el estado de salud mental y también con un patr

  14. Mulheres negras e brancas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de saúde: uma análise sobre as desigualdades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuelle Freitas Goes

    Full Text Available O racismo institucional é um fator determinante no acesso aos serviços de saúde, principalmente para as mulheres negras que sofrem com o impacto das intersecções das desigualdades de gênero e raça. O objetivo deste estudo é determinar os diferenciais das características sócio demográficas e os níveis de acesso aos serviços preventivos de mulheres na Bahia, segundo raça/cor. Os resultados revelam que, para o nível de acesso considerado bom, as mulheres brancas representam 15,4%, enquanto as negras respondem por 7,9%. O estudo demonstrou que as desigualdades raciais e o racismo institucional são uma barreira no acesso aos serviços preventivos de saúde para as mulheres negras.

  15. Causas e soluções da desigualdade entre negros e brancos: raça ou classe? Políticas específicas ou políticas universalistas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wellington Gil Rodrigues

    2017-01-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo apresentar os principais argumentos utilizados no debate sobre as causas das desigualdades entre negros e brancos no Brasil enfatizando as análises de classe e as análises de raça e as possíveis soluções para essa desigualdade, políticas universalistas e políticas específicas. Procura-se demonstrar que o antagonismo entre essas análises pode ser superado em favor de uma análise integradora a qual resulta na adoção de políticas públicas que garantam democraticamente igualdade de acesso ao ensino superior considerando as especificidades dos grupos excluídos sem descuidar das necessidades da população em geral.

  16. DESENVOLVIMENTO E DESIGUALDADE: função do Direito e das políticas públicas ante a existência da corrupção no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis Diego Santos de Souza

    2017-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem por escopo trazer ao conhecimento da sociedade a missão do Direito e das políticas públicas diante da realidade da corrupção no Brasil, enfatizando de que modo a subsistência desta pode atingir o desenvolvimento socioeconômico e a desigualdade no país. Buscou-se analisar a desigualdade, o desenvolvimento e as políticas públicas, desde o seu conceito até o invólucro com a temática, para, em seguida, traçar as principais colocações sobre a corrupção e suas consequências, reputando-se de que modo a Administração Pública pode ajudar no combate à corrupção.

  17. INOVAÇÃO NA AGRICULTURA BRASILEIRA: UMA ANÁLISE DA LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaqueline de Fátima Cardoso

    2015-12-01

    Full Text Available A agricultura desempenha papel importante na economia brasileira. Um elemento central para o desenvolvimento dessa atividade tanto no que tange ao crescimento econômico quanto social é a inovação. Nesse contexto, a proposta deste estudo objetiva analisar as inovações de produto, processo, organizacional e de marketing na agricultura brasileira. O estudo é de cunho teórico e analisa 32 artigos relacionados com o tema, selecionados a partir de bases de dados e de periódicos focados em inovação. Os resultados possibilitaram a criação de um esquema representativo da inovação na agricultura brasileira cujos componentes são os objetivos dos artigos, o tipo de estudo realizado, os conceitos e tipos de inovações adotados, as ferramentas e procedimentos utilizados para inovar, as principais entregas dos autores e a identificação das inovações como incremento ou diferenciação das commodities agrícolas. Concluiu-se que as pesquisas tratam dos diferentes tipos de inovação, conforme classificação do Manual de Oslo, os objetivos são voltados para aspectos técnicos ou sociais e o predomínio é de trabalhos de campo. Em suma, a inovação vem sendo acrescida tanto nas questões da produtividade quanto nas relações do homem com a terra e do desenvolvimento sustentável.

  18. A Economia Brasileira Diante da Crise Mundial: Fragilidades e Perspectivas de Crescimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Matias-Pereira

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo, apoiado nos principais indicadores da economia global e nacional, é promover uma análise dos efeitos da crise mundial e as perspectivas de crescimento da economia brasileira no período de 2013-2015. O referencial teórico está apoiado nas Teorias Keynesiana, Neoinstitucionalista e das Finanças Públicas. Trata-se de um artigo bibliográfico, descritivo e qualitativo, cujas discussões estão baseadas nas projeções contidas nos relatórios das principais instituições multilaterais e nacionais brasileiras, em especial nas variáveis econômicas mais relevantes como o crescimento da economia mundial, do comportamento do nível de emprego e da inflação. Os resultados das discussões, a partir das análises dos documentos citados, evidenciam que a crise econômica mundial continua impactando de forma preocupante na maioria dos países, em especial, dos países membros da Zona do Euro e Estados Unidos, e que o desempenho da economia brasileira deverá crescer num ritmo menor nos próximos anos. Essas constatações permite concluir que se faz necessário a definição de um diagnóstico consistente para o Brasil, que permita uma mudança estrutural no potencial de expansão da economia do país, em especial, preparando de forma mais adequada o seu ambiente macro e microeconômico.

  19. Desigualdad en indicadores de enfermedades crónicas y su atención en adultos en México: análisis de tres encuestas de salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Pablo Gutiérrez

    2016-12-01

    Full Text Available Objetivo. Analizar la tendencia entre 2000 y 2012 en des­igualdades socioeconómicas para indicadores de diabetes e hipertensión en México, así como el gradiente de desigualdad, por sexo, ámbito de residencia y condición indígena. Ma­terial y métodos. Análisis de las encuestas nacionales de salud de 2000, 2006 y 2012, estimando para los tres momentos la brecha absoluta y relativa entre quintiles, en indicadores de diabetes e hipertensión, así como el índice de desigualdad de la pendiente. Resultados. En México, entre 2000 y 2012 se ha reducido la brecha en la prevalencia de diabetes e hipertensión por diagnóstico previo. Asimismo, se han reducido de forma importante las brechas relacionadas con la atención de diabetes e hipertensión, persistiendo diferencias por gradiente de desigualdad, en particular en lo que se refiere a la presencia de complicaciones de diabetes. Conclusión. Los resultados identifican avances importantes en la disminución de la desigualdad para la atención adecuada de diabetes e hipertensión, si bien persisten diferencias de consideración. Si se toma en cuenta la relevancia de estas condiciones de salud en México es necesario fortalecer la calidad de la atención en los servicios públicos para avanzar hacia el acceso efectivo.

  20. Pobreza e desigualdade de renda entre famílias da zona rural de Mato Grosso de 2004 a 2006 Poverty and income inequality among families in rural areas of Mato Grosso from 2004 to 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benedito Dias Pereira

    2010-12-01

    Full Text Available Investigou-se a desigualdade da distribuição de renda e a pobreza das famílias residentes nas áreas rurais de Mato Grosso em 2004 e 2006, com base nos microdados da PNAD (IBGE. Em especial, o coeficiente de Gini foi decomposto por fonte de renda, para se identificar a contribuição relativa de determinada fonte de renda na desigualdade da renda total. Dentre os principais resultados encontrados, verificou-se que há elevada desigualdade na distribuição de renda entre as famílias rurais mato-grossenses, que a renda das atividades agrícolas contribui para aumentar essa desigualdade e que essa renda se constitui em variável importante e estratégica para a economia do Estado. Os indicadores também sugerem que houve incremento da pobreza entre as famílias rurais do Estado entre 2004 e 2006.Investigates on income distribution inequality and poverty of families living in rural areas of Mato Grosso in 2004 and 2006, based on the microdata of PNAD (IBGE. In particular, the Gini coefficient was broken by source of income to identify the relative contribution of a particular source of income inequality in total income. Among the key findings, it appears that there is high inequality in the income distribution among households in Mato Grosso, that the agriculture income contributes to increasing inequality and that this income is one important and strategic variable for the economy of the state. The indicators also suggest that there was an increase in poverty among rural families of the state between 2004 and 2006.

  1. Intervención dirigida a población diabética de origen africano subshariano residente en la ciudad de Lleida desde una perspectiva de desigualdades sociales en salud

    OpenAIRE

    Torres Salguero, Cristian

    2013-01-01

    Este trabajo tiene como objetivo mejorar el estado de salud de la población inmigrante subsahariana residente en Lleida que sufre desigualdades en salud y que ha sido diagnosticada de diabetes mellitus. Para ello se utilizará como herramienta la educación sanitaria sobre alimentación y hábitos dietéticos adaptada a las necesidades individuales de cada paciente.

  2. Para uma caracterização da Psicologia social brasileira

    OpenAIRE

    Almeida, Leonardo Pinto de

    2012-01-01

    O presente artigo tem como objetivo construir um esboço panorâmico da história da psicologia social brasileira. Inicialmente, partimos da intuição de Farr sobre a diferença conceitual entre psicologias sociais sociológicas e psicológicas para com isso estabelecer pontos de comparações entre as diversas perspectivas em Psicologia social. Analisamos diversos grupos teóricos para tentar construir um modo de compreensão sobre as implicações políticas, metodológicas e práticas de suas respectivas ...

  3. O PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS: ESTUDO COM FRANQUEADORAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Motta Romeiro Khauaja

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo é analisar o processo de internacionalização de empresas brasileiras, incluindo as motivações para a internacionalização, os modos de entrada selecionados e as dificuldades encontradas nesse processo. O tema escolhido justifica-se pela importância da gestão internacional para empresas brasileiras no momento em que o país se encontra. Na revisão da literatura são discutidos estudos que tratam do processo de entrada em mercados externos, e mais especificamente da internacionalização de empresas brasileiras. Realizou-se pesquisa empírica, exploratória e qualitativa. Para a coleta de dados, foi utilizada a entrevista em profundidade, a qual tinha por base um roteiro. Como procedimento analítico, adotou-se a análise de conteúdo. Participaram da pesquisa dez empresas que têm sede no Brasil, adotaram o sistema de franquias no país e se internacionalizaram. Tais empresas fazem parte da Associação Brasileira de Franchising (ABF, que apoiou a pesquisa. O setor de franquias foi escolhido porque o Brasil é um dos países mais avançados do mundo em franquias e esse sistema é reconhecido como importante impulsionador do processo de globalização. Foram entrevistados o dono da empresa ou o executivo da área de marketing e/ou o responsável pela área internacional. Os resultados da pesquisa empírica evidenciam que, apesar de entrantes tardias, as empresas analisadas não pareceram atrasadas em termos de capacitação gerencial e demonstram possuir competências tecnológicas. É fato, contudo, que elas demoraram a se internacionalizar por possuírem ainda um vasto mercado interno para conquistar. Adotar uma visão global é muito importante, mesmo que se prefira uma abordagem gradual de internacionalização.

  4. Problemas na Definição Legal Brasileira de TV Sob Demanda Via Internet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wiliam Machado de Andrade

    2013-08-01

    Full Text Available A legislação brasileira que regulamenta as emissoras de televisão não contempla os serviços de Internet Protocol Television (IPTV e Over The Top (OTT, em parte por entender a televisão a partir da forma de transmissão, e não pelo conteúdo. Isso deixa margem para que novos negócios envolvendo essas tecnologias funcionem sem regulamentação, demonstrando que a legislação atual desconsidera o contexto da convergência midiática.

  5. Uma análise da dinâmica inflacionária brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Cribari-Neto

    2005-12-01

    Full Text Available O objetivo central do presente artigo é analisar a dinâmica inflacionária brasileira e medir o grau de inércia em tal dinâmica. De início, nós apresentamos resultados de simulação de Monte Carlo sobre o desempenho em amostras finitas de diferentes variantes da razão de variâncias, uma medida comumente utilizada para a mensuração de persistência de choques no longo prazo. As simulações são realizadas sob inovações normais e não-normais e também com e sem outliers e inliers. Os resultados favorecem uma particular variante robusta da razão de variâncias proposta neste artigo. Os resultados empíricos para o Brasil indicam que o grau de inércia inflacionária neste país é substancialmente maior do que aquele encontrado por Campêlo e Cribari-Neto (Revista Brasileira de Economia, 57, 713-739, 2003; de fato, em alguns períodos da história econômica brasileira recente nós encontramos inércia plena. Todavia, o grau de inércia inflacionária após a implementação do Plano Real é de segunda ordem. Nós analisamos também as dinâmicas inflacionárias da Argentina, Chile e México.The chief goal of this paper is to analyze the Brazilian inflationary dynamics, and to measure the degree of inertia in such dynamics. To that end, we start by reporting Monte Carlo simulation results on the finite-sample performance of different variants of the variance ratio, a well know measure of long-run persistence of shocks. The simulations are performed under normal and nonnormal innovations, and also with and without outliers and inliers. Overall, the results favor a robust variant of the variance ratio we propose. The empirical results for Brazil suggest that the degree of inertia in this country is substantially larger than what was found by Campêlo and Cribari-Neto (Revista Brasileira de Economia 57, 713-739, 2003; indeed, in several periods of the recent economic history we find full inertia. However, the degree of inertia since

  6. [Revista Brasileira de História da Medicina, a pioneer in medical historiography].

    Science.gov (United States)

    Mendonça, Amanda; Nicolini, Gabriel Baptista

    2007-01-01

    I(It? This?) presents the general characteristics of the Revista Brasileira de História da Medicina, which contributed for the emergence of the field of medicine history in Brazil by inciting bibliographic production on the subject. The purpose of our analysis is to foster research on the history of medicine and of the sciences. From the description of the editorial aspects of the journal one can have an idea of how the research field was organized between 1940 and 1960. The periodical also allows for an overview of the exchange occurring between Brazilian and foreign historian physicians at that time.

  7. Estratégia e a internet: estudos de casos em empresas brasileiras

    OpenAIRE

    Claudio Luis Cruz de Oliveira; Fernando José Barbin Laurindo

    2016-01-01

    Resumo Esta pesquisa explora um período bastante peculiar e rico em experiências na internet brasileira, no qual as empresas utilizavam a internet como ferramenta estratégica a fim de obter um posicionamento diferenciado em contrapartida às iniciativas atuais, que utilizam modelos predefinidos para obter eficiência operacional. Através de estudos de caso (e-commerce de carros, operador portuário e internet banking) observou-se que: (a) a coerência da estratégia de negócios on-line pode trazer...

  8. Estratégia e a internet: estudos de casos em empresas brasileiras

    OpenAIRE

    Oliveira, Claudio Luis Cruz de; Laurindo, Fernando José Barbin

    2015-01-01

    Resumo Esta pesquisa explora um período bastante peculiar e rico em experiências na internet brasileira, no qual as empresas utilizavam a internet como ferramenta estratégica a fim de obter um posicionamento diferenciado em contrapartida às iniciativas atuais, que utilizam modelos predefinidos para obter eficiência operacional. Através de estudos de caso (e-commerce de carros, operador portuário e internet banking) observou-se que: (a) a coerência da estratégia de negócios on-line pode trazer...

  9. Fatores institucionais e assimetria informacional: influência na estrutura de capital de empresas brasileiras.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Albanez

    2012-04-01

    Full Text Available O objetivo principal deste trabalho é analisar se a presença de importantes fatores institucionais brasileiros, como o acesso a fontes e linhas diferenciadas de financiamento, afeta a significância estatística e econômica da assimetria informacional, principal pressuposto da teoria de pecking order, na determinação da estrutura de capital de empresas brasileiras. Para tanto, foram utilizadas variáveis de controle, variáveis representativas de fatores institucionais e de assimetria informacional num painel de dados referente a empresas brasileiras de setores industriais, cujas ações foram negociadas na Bovespa, no período 1997-2007. Como principais resultados encontra-se que as variáveis tamanho, tangibilidade, rentabilidade e risco são importantes determinantes da estrutura de capital das empresas analisadas, sendo também significativa a participação de linhas diferenciadas no endividamento dessas empresas. Em resposta ao objetivo da pesquisa, verifica-se que a assimetria informacional não perde significância estatística e econômica no modelo proposto, após a inclusão de variáveis representativas de fatores institucionais, o que evidencia a importância da assimetria informacional na determinação da estrutura de capital de empresas brasileiras. O sinal negativo encontrado apoia a teoria de pecking order, na qual essas empresas seriam menos endividadas devido à possibilidade de captarem recursos por meio da emissão de ações. Ressalta-se que as proxies utilizadas para representar o atributo assimetria informacional constituem uma limitação da pesquisa. Em razão disso, sugere-se, para trabalhos futuros, a utilização de outras variáveis, com o propósito de verificar a consistência dos resultados aqui encontrados, bem como a análise da influência da assimetria informacional sobre o custo de capital de empresas brasileiras, com o intuito de verificar se empresas consideradas com menor assimetria informacional

  10. A tradução brasileira de O nome da rosa, de Umberto Eco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enio Aloisio Fonda

    2001-01-01

    Full Text Available

    O presente trabalho, que é uma crítica à tradução brasileira da obra em epígrafe, propõe-se enfatizar a responsabilidade do tradutor, bem como a necessidade do domínio não apenas das línguas com as quais se trabalha, como também da formação específica no campo do assunto versado na obra a traduzir.

  11. Comportamento dos bancos em alta inflação : teoria e experiencia brasileira recente

    OpenAIRE

    Luiz Fernando Rodrigues de Paula

    1997-01-01

    Resumo:Esta tese tem por objetivo efetuar uma análise sobre o comportamento dos bancos em um contexto de alta inflação, seja numa abordagem teórica centrada na firma bancária, seja realizando um estudo de caso sobre a experiência brasileira. Em particular, procura-se analisar o desempenho, as transformações e as caracteristicas do sistema bancário privado brasileiro no período recente, anterior ao Real, de modo a permitir um entendimento acerca das especificidades do comportamento dos bancos ...

  12. A literatura afro-brasileira nos ementários das universidades estaduais do nordeste

    OpenAIRE

    Rufino, João Edson

    2016-01-01

    A Lei 10.639, sancionada no ano de 2003, tornou obrigatório o ensino da Literatura Afrodescendente em todas as escolas públicas e privadas do Brasil. Tomando como base o advento desse importante dispositivo jurídico, a tese intitulada Agora é lei: a emergência da literatura afro-brasileira na ordem jurídica nacional e seus reflexos no currículo e cânone literário: o que dizem os ementários dos cursos de letras das universidades estaduais do Nordeste, investiga a (não)inserção d...

  13. Uma análise sobre internacionalização de franquias brasileiras.

    OpenAIRE

    Marques, Dalton Siqueira Pitta; Merlo, Edgard Monforte; Nagano, Marcelo Seido

    2009-01-01

    O setor de franquias no Brasil teve um grande desenvolvimento após a estabilização da economia e ele se destaca por ser composto, em sua maioria, por empresas nacionais. Assiste-se, atualmente, a um movimento crescente de internacionalização dessas empresas. Este fenômeno, porém, é ainda pouco estudado pela literatura nacional. Para suprir parte desta lacuna, este artigo buscou analisar aspectos gerais da internacionalização de franquias brasileiras. Assim, ele teve por objetivo: identificar ...

  14. Competências brasileiras na exportação de software: uma abordagem organizacional

    OpenAIRE

    Ferreira, Cíntia Borges

    2014-01-01

    Esse trabalho representa um estudo sobre as competências brasileiras na exportação de software, buscando entender como o país se posiciona no mercado externo e como poderia se posicionar. Para a sua realização, foi desenvolvida uma análise com base nos ambientes institucional, tecnológico e organizacional. Para o ambiente institucional, avaliaram-se as variáveis da atuação do governo, no que se refere às leis e às políticas setoriais, incluindo os investimentos externos, as certificações e os...

  15. O território da universidade brasileira: o modelo de câmpus

    OpenAIRE

    BUFFA,ESTER; PINTO,GELSON DE ALMEIDA

    2016-01-01

    RESUMO O objetivo deste texto é problematizar do ponto de vista pedagógico, arquitetônico e urbanístico o território da universidade brasileira, o modelo de câmpus. O caminho trilhado começou com a criação das universidades europeias no século XII, localizadas na cidade, passou pelas universidades norte-americanas, instaladas no campo, para chegar ao Brasil. Nossas primeiras universidades voltadas para a formação dos quadros necessários ao Estado, de lideranças político-culturais e de profiss...

  16. Vivências culturais paulistas da Ilustração Luso-brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa Saenz Leme

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho é o de recuperar as vivências que, entre a religiosidade tradicional e o laicismo, os paulistas tiveram da ilustração luso-brasileira, nos seus aspectos de cultura erudita. Entre as manifestações musicais, as realizações arquitetônicas e de artes plásticas, e as produções literárias e historiográficas, procura-se avaliar o significado do iluminismo em uma área da Colônia Brasil ainda pouco estudada nessa dimensão.

  17. As espécies de Coccoloba P. Browne (Polygonaceae) da Amazônia brasileira

    OpenAIRE

    Melo,Efigênia de

    2004-01-01

    O gênero Coccoloba está representado na Amazônia brasileira por 23 espécies: Coccoloba acuminata Kunth, C. arborescens (Vell.) R. A. Howard, C. ascendens Duss ex Lindau, C. brasiliensis Nees & Mart., C. charitostachya Standl., C. conduplicata Maguire, C. coronata Jacq., C. declinata (Vell.) Mart., C. densifrons Mart. ex Meisn., C. excelsa Benth., C. gentryi R. A. Howard, C. latifolia Lam., C. lehmannii Lindau, C. lucidula Benth., C. marginata Benth., C. mollis Casar., C. ovata Benth., C. ...

  18. O estudo mineralógico das cinzas volantes brasileiras: origem, caracteristicas e qualidade

    OpenAIRE

    Yushiro Kihara

    1983-01-01

    As cinzas volantes são resíduos fundamentalmente sílico-aluminosos, finamente divididos, provenientes da combustão do carvão mineral pulverizado, utilizado em usinas termelétricas. São considerados materiais pozolânicos, à semelhança das cinzas vulcânicas ácidas, por apresentarem capacidade de reação com a cal, em presença de água, originando a formação de compostos novos com propriedades aglomerantes. Estudaram-se 31 amostras de cinzas volantes das cinco principais termelétricas brasileiras ...

  19. EFEITOS DO CAPITAL INTELECTUAL SOBRE O DESEMPENHO FINANCEIRO EM EMPRESAS BRASILEIRAS E CHILENAS

    OpenAIRE

    Salete Turra; Danielle Paná Vergini; Fellipe André Jacomossi; Nelson Hein

    2015-01-01

    O objetivo da pesquisa foi verificar a influência do Capital Intelectual medido pelo Valor Agregado do Capital Intelectual (VACI) sobre o desempenho financeiro em empresas brasileiras e chilenas no ano de 2013. Realizou-se uma pesquisa descritiva, documental, com abordagem quantitativa por meio da técnica estatística correlação canônica. Os dados foram coletados na base de dados da Tomnson®. Os resultados do estudo demonstraram correlação canônica existente entre as variáveis que compõem o VA...

  20. Amartya Sen y el estudio de la desigualdad económica y la pobreza monetaria. Colombia: 1978-1997 The contributions of Amartya Sen to the study of inequality and poverty. Colombia 1978-1997

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aguilar Ana

    1998-12-01

    Full Text Available Este artículo presenta el Índice de Pobreza y desigualdad de Amartya Sen, la familia de indicadores de Foster-Greer-Thorbecke y la forma en que se pueden utilizar uno y otra para determinar la magnitud de la pobreza y desigualdad en Colombia. Propone, además, que estos indicadores se utilicen para evaluar el incremento o la disminución de la desigualdad y la pobreza y para ajustar permanentemente las políticas económicas y sociales.This article presents Arnartya Sen's poverty and inequality index and the family of Foster-Greer-Thorbecke indicators, and the way in which they can be used to determine the magnitude of poverty and inequality in Colombia. In addition, it proposes that these indicators be used to evaluate the impact of social and economic policies on the poor population, to measure the increase or decrease in inequality and poverty, and to permanently adjust economic and social policies.

  1. A Desigualdade Pode Afetar a Eficiência do Sistema Financeiro? Um Modelo de Equilíbrio em Dois Períodos com Fricções na Intermediação Financeira.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wenersamy Ramos de Alcântara

    2015-03-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um modelo de equilíbrio que mostra um canal através do qual a desigualdade na distribuição de riqueza pode afetar o desenvolvimento do sistema financeiro. Na presença de fricções, nominalmente: um limite à proporção de dívida nos projetos financiados pelos bancos e um tamanho mínimo dos projetos disponíveis na economia, mostramos que a desigualdade pode afetar o volume intermediado pelo sistema financeiro e consequentemente, considerando ganhos de escala, sua eficiência. Simulações com diversas parametrizações revelam uma relação não linear e não monotônica entre desigualdade e eficiência do sistema financeiro, medida pelo spread entre captação e concessão de empréstimos.

  2. Desacoples entre desigualdades sociales, distribución del ingreso y patrones de urbanización en ciudades latinoamericanas. Reflexiones a partir de la Región Metropolitana de Buenos Aires (RMBA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramiro Segura

    2017-04-01

    Full Text Available Por medio del análisis de la producción científica sobre las grandes ciudades latinoamericanas en las últimas décadas –con un énfasis especial en la evolución de la Región Metropolitana de Buenos Aires– este artículo reflexiona sobre un escenario paradójico: mientras en la última década muchos países de la región han implementado políticas que lograron reducir (levemente la desigualdad de ingresos, se verifica la continuidad del movimiento expansivo de áreas metropolitanas fragmentadas que incrementan no solo la desigualdad en el acceso a la ciudad y a sus bienes, servicios y oportunidades, sino que también consolidan –articuladas con la segmentación del sistema educativo y el mercado de trabajo– redes y circuitos sociales segregados. Ante este panorama se sostiene como hipótesis que la continuidad del patrón de urbanización excluyente limita los efectos de las políticas redistributivas y torna necesaria una política del uso del suelo para impactar en las desigualdades de la región.

  3. Desigualdades en los servicios de protección de la dependencia para personas mayores Inequalities in protection services for elderly dependent individuals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josep de Andrés-Pizarro

    2004-05-01

    Full Text Available Este artículo analiza la protección de la dependencia en España, especialmente en lo que respecta a las personas ancianas y los servicios sociales, resaltando los aspectos de desigualdad social. La discapacidad afecta al 32,2% de los mayores (un 35,9% de mujeres y llega a más del 50% entre los mayores de 80 años. Ante esta problemática emergente, el Estado de Bienestar sigue dando una tímida respuesta, con un gasto público mucho menor que los países de nuestro entorno y un subdesarrollo de los servicios de atención sociosanitaria de larga duración (especialmente los no residenciales que genera situaciones de desprotección y de desigualdad para la mayoría de las personas dependientes y para las que asumen su cuidado. La separación entre sistemas sanitario y social y la diversidad derivada de nuestro modelo autonómico determinan profundas diferencias en lo que respecta a los derechos de acceso, las puertas de entrada, las prestaciones, los costes y las fuentes de financiación y las culturas de los profesionales que los integran. Consolidar como derecho subjetivo, universal y garantizado la protección de la dependencia es un elemento fundamental para avanzar hacia la reducción de las desigualdades expresadas anteriormente y no perpetuar un modelo de atención a las familias que está en la base de la discriminación de género.This article analyses social welfare attention for dependence in Spain, especially with respect to old people and social services, with emphasis on social inequality. Disability affects 32.2% of older people (women 35.9%, which rises to 50% for people over 80. Faced with this growing problem, the welfare system continues to provide a timid response, which is expressed in public spending on this field that is much lower than that of the countries around us, which leads to insufficient development of long-term social and health care services (particularly non-residential services and gives rise to situations

  4. Desigualdades socioeconómicas relacionadas con el cuidado y el control del embarazo Socioeconomic inequalities in the provision and uptake of prenatal care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gemma Cano-Serral

    2006-02-01

    Full Text Available Objetivo: Describir las desigualdades socioeconómicas relacionadas con el cuidado y el control del embarazo de las gestantes de Barcelona durante 1994-2003. Métodos: Diseño transversal de las gestantes de Barcelona que tuvieron un hijo sin anomalías congénitas. La información se obtuvo de las historias hospitalarias y una encuesta realizada a las madres del Registro de Defectos Congénitos de Barcelona, que recoge una muestra aleatoria del 2% del total de nacimientos de esta ciudad (n = 2.299. Se estudiaron las siguientes variables dependientes: visitas al obstetra, trimestre de la primera visita, número de ecografías, ecografía del quinto mes, realización de una prueba invasiva, consumir ácido fólico, planificación del embarazo, consumo y abandono del tabaco. Las variables independientes fueron la edad y la clase social. Se ajustaron modelos de regresión logística para cada variable dependiente. Resultados: Las gestantes de clases sociales con ocupaciones manuales realizan, en mayor proporción, menos de 6 visitas y la primera visita después del primer trimestre; además, tienen menor probabilidad de realizar alguna prueba invasiva, tomar ácido fólico, planificar el embarazo, no fumar y abandonar el consumo de tabaco. Y las gestantes de clases no manuales realizan, en mayor proporción, más de 12 visitas y más de 3 ecografías. Conclusiones: Hay desigualdades socioeconómicas relacionadas con el cuidado y el control del embarazo en Barcelona. Las gestantes de las clases sociales más favorecidas realizan un mejor cuidado y control del embarazo, pero en todas se observa una excesiva medicalización. Una racionalización del uso de recursos sanitarios y una reducción de la medicalización podría disminuir las desigualdades relacionadas con el cuidado y el control de la gestación en Barcelona.Objective: To describe socioeconomic inequalities in the provision and uptake of prenatal care among women in Barcelona (Spain between

  5. Estratégias de marketing no processo de internacionalização de franquias brasileiras

    OpenAIRE

    Camargo, Maria Adriana de A. P.; Rocha, Thelma Valéria; Silva, Susana Costa e

    2016-01-01

    Resumo Objetivo: Analisar a influência das estratégias de marketing sobre o processo de internacionalização das franquias brasileiras considerando os diferentes estágios que estas se encontram na atuação internacional. Metodologia: Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, sendo desenvolvidos três estudos de caso com redes de franquias brasileiras do segmento de calçados e vestuário: duas empresas com participação ativa e uma com alto envolvimento no exterior. Seis diretores e gerent...

  6. Redes de Franquia Brasileiras Internacionalizadas: Evolução do Método de Entrada no Exterior

    OpenAIRE

    Helder de Souza Aguiar; Flavia Luciane Consoni; Roberto Carlos Bernardes

    2014-01-01

    Este artigo analisa os métodos de entrada das franquias brasileiras quando optam por se instalar fora do Brasil. A partir de um estudo multicasos, foram realizadas entrevistas presenciais em 2012 com 21 redes de franquias internacionalizadas. Dentre os resultados, observou-se uma mudança de postura das redes de franquias brasileiras ao longo do tempo, com alteração no método de entrada em mercados internacionais. Destaca-se a intensificação da procura por parte de agentes externos dispostos a...

  7. A ditadura brasileira no tempo: um estudo dos discursos do jornal O Globo em 1964/1985 e 2014

    OpenAIRE

    Costa, Edwaldo

    2014-01-01

    Os discursos jornalísticos se articulam de forma dinâmica e constituem parte dos elementos geradores da história cultural de uma nação. Esta pesquisa examina como o discurso da ditadura brasileira foi revivido e narrado pelo jornal O Globo, no período de 1964 a 85 e em 2014, quando o golpe militar completou 50 anos. No contexto do período da ditadura brasileira, o jornal O Globo não somente retratou eventos reais, como também reconstruiu e interpretou os fatos utilizando estr...

  8. Racial inequalities in access to women's health care in southern Brazil Desigualdades raciais no acesso à saúde da mulher no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Souza de Bairros

    2011-12-01

    Full Text Available The aim of this population-based cross-sectional study was to investigate access by 20 to 60 year-old women - both black and white - to early detection (pap-smear exams for breast and cervical cancer in two towns - São Leopoldo and Pelotas - in Rio Grande do Sul State, southern Brazil. Estimates of the association between race/color and access to pap-smear and breast exams were adjusted for income, education, economic class and age. Of the 2,030 women interviewed, 16.1% were black and 83.9%, white. Black women were significantly less likely to have had a pap-smear and/or breast exam than white women. Racial inequalities in access to cancer early detection exams persisted after controlling for age and other socioeconomic factors. Racial differentials in access to early detection (pap-smear exams for breast and cervical cancers might result from racial and socioeconomic inequalities experienced by black women in access to reproductive health care services and programs.O objetivo da pesquisa foi investigar o acesso de mulheres negras e brancas aos exames de detecção precoce de câncer de mama e colo de útero (citopatológico, em duas cidades no Sul do Brasil. Foi realizado um estudo transversal de base populacional realizado com mulheres de 20-60 anos, residentes em São Leopoldo e Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. As análises foram ajustadas por renda, escolaridade, classe econômica e idade para verificar a associação entre raça/cor e acesso aos exames. Foram entrevistadas 2.030 mulheres, sendo que 16,1% eram negras e 83,9% brancas. A probabilidade das mulheres não realizarem os exames citopatológico e de mama foi significantemente maior nas negras. A desigualdade racial no acesso aos exames de detecção precoce de câncer persistiu após controle para idade e variáveis socioeconômicas. O diferencial na realização dos exames de detecção precoce pode ser um reflexo das desigualdades raciais e socioeconômicas vividas por

  9. Género y usos de drogas: dimensiones de análisis e intersección con otros ejes de desigualdad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Guzmán Ordaz

    2012-12-01

    Full Text Available This paper proposes to articulate an analytical scheme for understanding the use of drugs in advanced societies from the gender perspective and its intersections with other inequality axis such as age, social class, race and ethnicity. These dimensions define not only the access to different substances –in terms of normative and resources- but also the different uses and their social valuation. For this purpose, we expose the main gender dimensions as an analytical category: structural, symbolic and individual. Furthermore, we intend to broaden this view exploring the intra-inter gender differences and inequalities present in the various uses of drugs from an intersectional framework. Our aim is to break with standardised categories in order to project a multidimensional analysis, from which to reflect in how other imbricated differences with gender make possible for women and men to use certain substances, conditioning their social effects.Este trabajo propone articular un esquema analítico para la comprensión de los usos de drogas en las sociedades avanzadas desde la perspectiva de género y su intersección con otros ejes de desigualdad, como la edad, la clase social, la raza y la etnia, que marcan tanto el acceso a las diferentes sustancias –en términos normativos y de recursos– como sus diferentes usos y valoraciones sociales. Para ello, exponemos las principales dimensiones del género como categoría analítica: estructural, simbólica e individual. A continuación, pretendemos ampliar esta mirada indagando, desde un marco interseccional, en las diferencias y desigualdades inter e intragénero presentes en diversos usos de drogas. Buscamos con esto romper con categorizaciones estandarizadas, para proyectar un análisis multidimensional desde donde reflexionar sobre cómo otras diferencias imbricadas con el género posibilitan que mujeres y hombres hagan determinados usos de sustancias y condicionan sus efectos sociales. DOWNLOAD

  10. CONSTRUÇÃO HISTÓRICO-SOCIAL DA POBREZA: DESNATURALIZAÇÃO DA PERCEPÇÃO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Oliveira Seabra Guimarães

    2016-12-01

    Full Text Available Resumo   A figura do pobre sempre existiu nas sociedades, porém em cada momento histórico a pobreza agregou perspectivas distintas no quesito representação social. A igreja concebeu o pauperismo como determinação divina; o Estado entendeu a pobreza como conjuntura social para intervenção de leis de acolhida provinciana; no Capitalismo a representação do pobre se mutila na luta pelo acúmulo de capital e o desfigura como sujeito; na Revolução Industrial fomenta todo o arquétipo necessário para o pobre entrar num processo desfiliação. Portanto, é preciso trazer o pobre para dentro do campo da cidadania e arrazoar sobre as desigualdades sociais em cada momento histórico-social. Concebendo a temática da pobreza para além da individualização malthusianista. Compreendendo o processo de naturalização do pauperismo. Abrangendo a pobreza como construção histórica-social com impactos para além do fator financeiro-econômico.   Palavras-Chaves: Pobreza, Capitalismo, Desigualdade, Pauperismo e Cidadania     Abstract   The figure of the poor has always existed in society, but in every historical moment poverty added different perspectives in the category social representation. The church conceived as divine determination pauperism; the state understood poverty as a social environment for the intervention of provincial laws upheld; Capitalism in the representation of the poor if mutilates the struggle for capital accumulation and distorts as the subject; the Industrial Revolution encourages all necessary archetype for the poor into a disaffiliation process. Therefore, it is necessary to bring the poor into the field of citizenship and reason about social inequalities in each socio-historical moment. Conceiving the theme of poverty beyond malthusianista individualization. Understanding the process of naturalization of pauperism. Poverty as covering historical and social construction with impact beyond the financial

  11. VIH/SIDA en Colombia: Análisis de la relación entre de la desigualdad social, salud y conflicto armado 2002-2008.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jeadran Nevardo Malagón Rojas

    2011-01-01

    Full Text Available Resumen El presente estudio ilustrará la relación existente entre desigualdad social, VIH/SIDA y conflicto armado en Colombia 2002 - 2008. Métodos: Las variables del estudio fueron determinadas de acuerdo al  Índice de Riesgo de Situación Humanitaria. Los datos proporcionados fueron cruzados y estudiados mediante análisis bivariado. Resultados: El análisis de los resultados mostró dos tendencias. Un grupo de departamentos con índices de Desarrollo Humano mayores a la media nacional, que presentaron altas tasas de violencia armada y de incidencia de VIH/SIDA. Otro grupo con bajos niveles de desarrollo y pobreza, altas cifras de violencia armada, pero  bajas tasas de incidencia de VIH/SIDA. Conclusiones: En el caso colombiano existe una relación demostrable entre conflicto armado, desigualdad social y VIH/SIDA, aunque el nexo de causalidad no es plenamente identificable en el caso de poblaciones donde el conflicto armado ha afectado la operativización de los servicios de Vigilancia en Salud. Abstract This study will illustrate the relationship between social inequality, HIV/AIDS and armed conflict in Colombia 2002 - 2008. Methods: The study variables were determined according to the Risk Index of Humanitarian Situation. The data provided were crossed and studied by means of bivariate analysis. Results: The analysis of the results showed two trends. A group of departments with higher than the national average Human Development Index (HDI, which showed high rates of armed violence and incidence of HIV/AIDS. Another group, with low HDI, high rates of armed violence, but low rates of incidence of HIV/AIDS. Conclusions: In the case of Colombia a relationship has shown between armed conflict, social inequality and HIV/AIDS. Although there is a causal link is fully identifiable for populations where the armed conflict has affected the implementation of the health surveillance services.  

  12. Desigualdade de gênero: sobre garantias e responsabilidades sociais de homens e mulheres Gender inequality: on warranties and social responsibilities of men and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Viana Teixeira

    2010-06-01

    Full Text Available Aborda-se a desigualdade de gênero, situando-a no contexto problemático geral da avaliação da igualdade no seio de sociedades contemporâneas, que, embora plurais, adotam concepções éticas com certo grau de homogeneidade, influenciadas pela cultura e pelo modo de vida capitalistas. esse contexto ético sugere o âmbito das atividades produtoras de valor econômico como espaço privilegiado para a atribuição de valor social à conduta individual e a avaliação da igualdade. Propõe-se a possibilidade de ampliação desses espaços de julgamento ético, com ênfase na consideração do âmbito das atividades voltadas ao cuidado com o ambiente doméstico. essa mudança de enfoque revela que as origens profundas das desigualdades materiais entre homens e mulheres estão além da mera discriminação motivada arbitrariamente pelo gênero. Alcançam estruturas sociais pelas quais as sociedades capitalistas moldaram a atividade humana, tanto no mercado como na família. Aborda-se o papel que a ciência jurídica pode desempenhar, em uma ordem democrática, na revisão de parâmetros ético-jurídicos, atualizando o significado do valor fundamental da igualdade em vista dos anseios e das necessidades dos indivíduos.It deals with gender inequality, located it in the context of the evaluation problem of equality within contemporary societies that, although pluralistic, adopt ethical views with some degree of homogeneity, influenced by capitalist culture and way of life. This context suggests the ethical framework of the activities producing economic value as a privileged space for the allocation of social value to individual conduct and evaluation of equality. It is proposed the possibility of expanding these spaces of ethical judgment, with emphasis on consideration of activities related to care of the home environment. This shift in focus shows that the origins of the profound material inequalities between men and women are beyond mere

  13. Liberalismo económico, desigualdades sociales y pobreza en los países subdesarrollados Economic liberalism, social disparities and poverty in underdeveloped countries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valier Jacques

    1994-12-01

    Full Text Available Luego de los programas de ajustes radicales, las entidades internacionales y los gobiernos de los países latinoamericanos vienen adoptando políticas en defensa de los más pobres, bien sea para compensar el deterioro del nivel de vida que aquellos originaron o bien para evitar un mayor descontento social. Hoy se acepta la intervención del Estado para afrontar los problemas de la pobreza y las desigualdades sociales, aunque desde una óptica liberal, es decir, expulsando la política y dando prioridad al mercado como entidad reguladora de la sociedad. Así, las políticas en la defensa de los pobres adquiere un carácter de mera beneficencia o de red de seguridad para quienes son excluidos por el mercado, y se basan en dos principios: hay que ser pacientes y esperar hasta mañana. Sus fundamentos filosóficos se encuentran en Rawls y Hayek, quienes aunque difieren en algunas cuestiones comparte cuatro temas fundamentales: el papel determinante del mercado en la formación de la sociedad, la apología del fetichismo de la mercancía, las desigualdades creadoras y la exclusión social como fenómeno individual.Following the radical programs of economic adjustment, international agencies and governments in Latin America have been shaping their policies to protect the very poor, either by compensating for a deterioration in standards of living to which they themselves had contributed to, or simply to avoid further social unrest. Today, the idea that the government should intervene to resol ve problems of poverty and disparity is accepted; but it is accepted from a liberal
    standpoint, that is to say, expeling politics from the equation and giving the market free rein to regulate society. In this view, policy to protect the poor makes the State some kind of charitable organization, a safety-net for those shut out of the market. This is based on two principIes: be patient, wait till tomorrow. These principIes are to be found in Rawls and in

  14. Desigualdades de género en sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelina Cruz-Sánchez

    2012-01-01

    Full Text Available Antecedentes: La obesidad se ha convertido en una epidemia global (OMS y, aunque se sabe que afecta por igual a toda la población, las mujeres aparecen con más obesidad y obesidad central. Se desconoce el porqué de este fenómeno, o si adquiere características específicas entre la población indígena. Objetivo: identificar las desigualdades de género que subyacen al fenómeno del cuerpo con sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco. Materiales y métodos: estudio cualitativo con entrevistas a profundidad a 15 informantes mujeres y hombres. La guía de entrevista contempló las categorías de: estilo de vida, pertenencia étnica, costumbres y hábitos de alimentación, usos y significados del cuerpo, así como normas de género. Las entrevistas fueron audio grabadas y transcritas. Se obtuvo el consentimiento informado por escrito para participar, así como la aprobación del comité de ética. Resultados: Entre la población estudiada, las mujeres presentan mayor sobrepeso y obesidad que sus pares varones, lo que se explica por las normas culturales y de género vigentes en la comunidad; el ejercicio está prohibido para ellas, los espacios públicos para prácticas deportivas son utilizados de manera exclusiva por los varones, las mujeres chontales, después de la maternidad, asumen que es “normal” ser gorda, la obesidad se considera herencia inevitable de los padres y no una enfermedad, la pérdida de peso no es deseable en ninguna etapa de la vida. Conclusiones: Las desigualdades de género son una importante condición para la prevalencia del sobrepeso y la obesidad entre las mujeres chontales. Los resultados de este estudio tienen implicaciones en la promoción de un estilo de vida saludable para la disminución de las tasas de sobrepeso y obesidad entre la población indígena y particularmente entre las mujeres.

  15. Desigualdades de género en sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco, México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelina Cruz-Sánchez

    2012-01-01

    Full Text Available Antecedentes: La obesidad se ha convertido en una epidemia global y las mujeres presentan tasas más altas que los hombres. Se desconoce el porqué de este fenómeno, o si adquiere características específicas entre la población indígena. Objetivo: identificar las desigualdades de género que subyacen al fenómeno del cuerpo con sobrepeso y obesidad entre indígenas chontales de Tabasco. Materiales y métodos: estudio cualitativo con entrevistas a profundidad a 15 informantes mujeres y hombres. La guía de entrevista contempló las categorías de: estilo de vida, pertenencia étnica, costumbres y hábitos de alimentación, usos y significados del cuerpo, así como normas de género. Las entrevistas fueron audio grabadas y transcritas. Se obtuvo el consentimiento informado por escrito para participar, así como la aprobación del comité de ética. Resultados: las mujeres presentan mayor sobrepeso y obesidad que sus pares varones; el ejercicio está prohibido para ellas, los espacios públicos para prácticas deportivas son utilizados de manera exclusiva por los varones, las mujeres después de la maternidad, asumen que es ¿normal¿ ser gorda, la obesidad se considera herencia inevitable de los padres y no una enfermedad, la pérdida de peso no es deseable en ninguna etapa de lavida. Conclusiones: Las desigualdades de género son una importante condición para la prevalencia del sobrepeso y la obesidad entre las mujeres chontales. Los resultados de este estudio tienen implicaciones en la promoción de un estilo de vida saludable para la disminución de las tasas de sobrepeso y obesidad entre la población indígena y particularmente entre las mujeres.

  16. DESIGUALDADES SÓCIO-ESPACIAIS, DEMOCRACIA E GESTÃO METROPOLITANA: ANÁLISE DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL EM GOIÂNIA (1997-2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adão Francisco de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available O desenvolvimento urbano de Goiânia e a sua conseqüente formação metropolitana resultou na constituição de uma série de novos problemas sócio-territoriais. Destes, chama a atenção a irradiação das desigualdades, explícitas nesta nova “ordem” (ou caos? pela descentralização dos investimentos imobiliários de luxo – tais como os condomínios para a classe média-alta – e pelos de mercado em geral. Com isto, os recantos da cidade passaram a reproduzir a relação isotopia-heterotopia, ou seja, as formas e condições da referência urbana e a sua diferença. Contudo, na diferença destaca-se a segregação sócio-espacial, tornando-se no principal desafio a ser superado pelo esforço metropolitano. Para tanto, a Constituição da República de 1988 muniu a institucionalidade com uma série de dispositivos que causam a descentralização administrativa e a democratização das decisões das políticas públicas. Um dos principais sentidos para isso é absorver a potencialidade das sócio-lógicas (Lefebvre, 1999 na resolução dos problemas e, conseqüentemente, dos conflitos sociais. Diante disso, este trabalho pretende responder como que as gestões municipais de Goiânia, entre os anos de 1997 e 2006, se utilizaram da poliarquia (Dahl, 1997, ou seja, da ampliação da condição democrática para resolverem os problemas advindos das desigualdades sócio-espaciais na cidade.

  17. Fome, comida e bebida na música popular brasileira: um breve ensaio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis Guedes de Vasconcelos

    2015-09-01

    Full Text Available O artigo reflete sobre como as temáticas fome, consumo de refrigerantes e consumo de feijão com arroz são enfocadas na música popular brasileira. Investigamos os anos de ditadura militar (1964-1985. O foco da análise é a chamada canção de protesto, gênero musical caracterizado por críticas estético-cultural, político-ideológica e social aos governos militares. Tomando como referencial teórico os estudos de ideologia e filosofia da linguagem de Mikhail Bakhtin, evidenciamos que a canção de protesto retratou elementos dos contextos econômico, político e social, e propiciou a difusão de hábitos e ideologias alimentares saudáveis ou não saudáveis, contribuindo para a construção da identidade alimentar brasileira.

  18. Análise econômica da primeira Lei de Patentes brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrea Felippe Cabello

    Full Text Available Resumo O Brasil foi um dos primeiros países a ter uma lei de patentes e um dos únicos a conceder prazos de duração da patente de acordo com a qualidade da invenção. Este trabalho analisa um banco de dados inédito com todos os 783 privilégios industriais concedidos sob a vigência da primeira lei de patentes brasileira entre 1830 e 1882. Os resultados mostram que a atividade inventiva esteve conectada à estrutura econômica e social da época e que a escassez de mão de obra incentivou a invenção de máquinas e equipamentos para o setor cafeicultor. O número de patentes apenas começou a se elevar a partir de 1870, quando a economia brasileira passou por grandes mudanças que levaram ao seu desenvolvimento, evidenciando que pouco resultado surge quando se institui uma lei de patentes em um ambiente de estagnação econômica. Mesmo assim, a lei revelou-se o mecanismo menos dispendioso para estimular a atividade inventiva no Brasil do século XIX.

  19. Instrumentos relacionados ao diabetes mellitus adaptados e validados para a cultura brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel Curcio

    2011-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo de revisão integrativa, cujo objetivo foi buscar evidências disponíveis na literatura sobre os instrumentos e escalas relacionados ao diabetes mellitus adaptados e validados para a cultura brasileira. Após busca nas bases eletrônicas BDENF, SciELO, LILACS, foram incluídos sete instrumentos que atenderam aos critérios de inclusão: Diabetes Mellitus Knowledge (DKN-A; Diabetes Mellitus Attitude (ATT-19; Diabetes Quality of Life Measure (DQOL-Brasil; Diabetes Quality of Life for Youths (DQOLY-Brasil; Diabetes 39 (D-39; Insulin Management Diabetes Self-efficacy (IMDSES; Problem Areas in Diabetes (PAID e Summary of Diabetes Self-Care Activities Questionnaire (QAD. Os resultados permitiram traçar uma comparação entre os instrumentos disponíveis, além de conhecer as limitações quanto ao processo de validação e aplicação clínica. Espera-se que esse estudo possa contribuir para uma maior divulgação dos instrumentos relacionados ao diabetes mellitus disponíveis para a cultura brasileira, e oferecer subsídios para a sua utilização em pesquisa ou assistência de enfermagem.

  20. Refutações ao feminismo: (descompassos da cultura letrada brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Terezinha Schmidt

    2006-09-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2006000300011 Ao considerar a força do discurso antifeminista no Brasil, examino como esse discurso aparece no âmbito do jornalismo cultural para então tecer algumas relações com a história social brasileira à luz da qual é possível compreender por que o feminismo como práxis transformadora parece tão fora dos hábitos do país. Procuro sustentar meu argumento a partir da leitura de obras de pensadores da história e da cultura brasileiras considerados “de esquerda” ao mesmo tempo em que pontuo os limites de suas análises, ou seja, o silenciamento sobre a opressão das mulheres e questões de gênero. A seguir, examino a persistência de diversas formas do antifeminismo no campo das Letras a fim de compreender o estatuto da crítica feminista no campo dos estudos literários e as razões de sua invisibilidade, com considerações sobre conquistas e limitações de suas práticas.

  1. O ensino de literatura brasileira nas escolas: uma ferramenta para a mudança social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Zambrano

    2015-08-01

    Full Text Available Esse trabalho tem como objetivo realizar um detalhamento aprofundado das tensões externas que comprometem a educação no Brasil. Essas tensões dizem respeito ao golpe militar que inibiu melhorias no setor educacional, ao estudo exclusivo nas escolas de obras consideradas canônicas e ao estudo conteudista de literatura exigido pelos exames vestibulares. Esse é um debate importante, pois o ensino atual de literatura nas escolas impede a formação de estudantes capazes de analisar e interpretar um texto literário e de compreender o contexto histórico e sociológico de um país. Iremos, portanto, detalhar esses problemas e apresentaremos como o ensino de literatura brasileira pode ser importante para a percepção por parte dos alunos dos problemas sociais e consequentemente criar estudantes críticos. Palavras-Chave: mudança social, cânone, vestibular, ensino de literatura brasileira

  2. Serviços via Web em bibliotecas universitárias brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Marcondes

    Full Text Available Resultados de pesquisa apoiada pelo PIBIC CNPq/UFF, desenvolvida no período agosto/2004 a julho/2005, com o objetivo de identificar a existência de serviços oferecidos via web em bibliotecas universitárias brasileiras. Foram avaliadas as páginas de 209 bibliotecas universitárias de todas as regiões geográficas do país, tendo como critério de seleção as universidades com maior número de cursos de pós-graduação, segundo o site da CAPES, considerando-se as sete primeiras universidades de cada região. Os sites das bibliotecas destas universidades foram visitados e avaliados, com objetivo de identificar os tipos de serviços oferecidos via web. Verificou-se que este tipo de serviço ainda é pouco oferecido pelas bibliotecas universitárias brasileiras.

  3. A dinâmica espacial da economia brasileira nos anos 2010 a 2015

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Vito Silva de Lima

    2017-12-01

    Full Text Available Este artigo visa apresentar um comparativo entre a distribuição espacial das atividades econômicas entre as Mesorregiões e Unidades da Federação brasileiras verificados por Ablas e Fava (1985 para a década de 1980 com os resultados divulgados pelos órgãos nacionais competentes para os anos de 2010 a 2015 e identificar seus níveis de concentração, baseando-se em dados sobre migração interna, geração de riqueza nos três setores da economia e volume de comércio interno e externo em 2013. A análise das informações indica que a atividade econômica das Mesorregiões e Unidades da Federação do Brasil continua centralizada no eixo Sudeste-Sul, contudo apresenta tendência de queda ao longo do período estudado. Assim, conclui-se que a economia brasileira permanece espacialmente concentrada até os dias atuais.

  4. Desigualdades de género en salud laboral en España Gender inequalities in occupational health in Spain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier Campos-Serna

    2012-08-01

    Full Text Available Objetivos: Analizar las desigualdades de género en las condiciones de empleo, trabajo, conciliación de la vida laboral y familiar, y en los problemas de salud relacionados con el trabajo en una muestra de la población ocupada en España en el año 2007 teniendo en cuenta la clase social y el sector de actividad. Métodos: Las desigualdades de género se analizaron mediante 25 indicadores en los 11.054 trabajadores entrevistados en la VI Encuesta Nacional de Condiciones de Trabajo. Se calcularon las odds ratio (OR y sus intervalos de confianza del 95% (IC95% mediante modelos de regresión logística multivariados, estratificando por clase social ocupacional y sector de actividad. Resultados: Más mujeres que hombres trabajaban sin contrato (OR=1,83; IC95%: 1,51-2,21, con alto esfuerzo o baja recompensa (1,14:1,05-1,25 y sufriendo acoso sexual (2,85:1,75-4,62, discriminación (1,60:1,26-2,03 y más dolores osteomusculares (1,38:1,19-1,59. Más hombres que mujeres trabajaban a turnos (0,86:0,79-0,94, con altos niveles de ruido (0,34:0,30-0,40, altas exigencias físicas (0,58:0,54-0,63 y sufriendo más lesiones por accidentes de trabajo (0,67:0,59-0,76. Las trabajadoras no manuales mostraron trabajar con un contrato temporal (1,34:1,09-1,63, expuestas a más riesgos psicosociales y sufriendo mayor discriminación (2,47:1,49-4,09 y enfermedades profesionales (1,91:1,28-2,83. En el sector de la industria las desigualdades de género fueron más marcadas. Conclusiones: En España existen importantes desigualdades de género en las condiciones de empleo, trabajo y en los problemas de salud relacionados con el trabajo, que se ven influenciadas por la clase social y el sector de actividad, y que sería necesario tener en consideración en las políticas públicas de salud laboral.Objectives: To analyze gender inequalities in employment and working conditions, the work-life balance, and work-related health problems in a sample of the employed population

  5. La inclusión de las nuevas generaciones en contextos de desigualdad e incertidumbre: perspectivas educativas y laborales en América Latina y el Caribe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Christian Aparicio Castillo

    2017-05-01

    Full Text Available La globalización ha desencadenado procesos y dinámicas de transformación social, económica y política con un fuerte carácter excluyente y homogeneizante. En América Latina, se encararon entre los años 2002 y 2012 múltiples reformas políticas orientadas a la recuperación de una agenda social, a la compensación de las desigualdades socioeconómicas y a la visibilización de la diversidad identitaria y cultural, que salvo algunas excepciones, pudieron concretarse efectivamente. Uno de los tópicos más preponderantes de las reformas políticas, se ha centrado en la educación como medio estratégico, para reparar las deudas sociales estructurales, y así, potenciar el desarrollo de modelos y propuestas acordes a las demandas de los contextos locales y a las tendencias globales de desarrollo. El presente artículo analiza la participación de las nuevas generaciones en el ámbito educativo y laboral, ámbito donde se han implementado diversas reformas que han impactado con serias limitaciones en el mejoramiento de las condiciones de vida de las personas.

  6. Crisis, precariedad y desigualdad de género en España y en Italia (Crisis, precariousness and gender inequality in Spain and Italy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mercedes Alcañiz

    2015-07-01

    Full Text Available La crisis de 2008 ha precarizado el mercado laboral de España e Italia, mediante medidas de flexibilización así como reduciendo las políticas de cuidado y ayudas familiares. El objetivo del presente artículo se centra en comparar a las mujeres italianas y españolas desde la perspectiva de la precariedad y la desigualdad, mediante la utilización de datos secundarios obtenidos de fuentes oficiales europeas y estatales. Los resultados manifiestan diferencias entre las mujeres españolas y las italianas basadas por una parte, en la estructura económica y laboral existente en cada uno de los estados y por otra, en la mayor o menor presencia de las relaciones de género tradicionales. | The financial crisis of 2008 has led to a precarious labour market in Spain and Italy, the result of measures that have increased the flexibility of work conditions in each country and reduced the number of policies that foster welfare and aid for families. This article will compare Italian and Spanish women by focusing on insecurity and inequality, using secondary data obtained from official European and government sources. The results show differences between Italian and Spanish women, which are based on the financial and labour structure of these countries on the one hand, and the extent to which each country exhibits traditional gender relations on the other.

  7. LA CONSTRUCCIÓN DE REPRESENTACIONES SOCIALES ACERCA DE LA POBREZA Y DESIGUALDAD SOCIAL EN LOS NIÑOS DE LA REGIÓN CARIBE COLOMBIANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Amar Amar

    2001-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta el informe de una investigación llevada a cabo en una muestra de 486 niños escolarizados, entre los 6 y los 18 años de edad en Barranquilla y algunos pueblos de la región Caribe colombiana. La muestra fue estratificada por edad, sexo y nivel socioeconómico. Se utilizó la entrevista clínica individual a profundidad piagetiana, con la cual se indagó acerca de las representaciones de los sujetos en cuanto a la descripción de ricos y pobres, la existencia de niveles socioeconómicos intermedios entre los usuales, la autocaracterización de los sujetos y el origen de las causas de la pobreza y desigualdad social y sus posibles soluciones. Los datos fueron analizados cuantitativamente y se utilizó el paquete estadístico SPSS/PC4.0 y el programa MICROSTAT, y cualitativamente a través del contenido de las respuestas. Los resultados muestran la existencia de cuatro niveles de desarrollo, con una clara secuencia evolutiva de acuerdo con la edad.

  8. Novos desafios para os atores da sociedade civil brasileira em un contexto de mudancas na cooperacao internacional

    NARCIS (Netherlands)

    K. Biekart (Kees)

    2013-01-01

    markdownabstractIntro A pesquisa conduzida pela FGV sobre cooperação internacional e a arquitetura financeira das Organizações da Sociedade Civil (OSCs) brasileiras (CEAPG & ARTICULAÇÃO D3, 2013) tem gerado resultados importantes. Auxiliam no melhor entendimento sobre as mudanças nacionais e

  9. Relação entre tamanho e desenvolvimento de competências organizacionais em multinacionais brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Mendes Borini

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo neste artigo é verificar a importância do tamanho da empresa no desenvolvimento de competências. O pressuposto central é que multinacionais brasileiras de pequeno porte precisam desenvolver mais competências organizacionais quando comparadas com multinacionais de grande porte. Os dados decorrem de um survey que obteve a resposta de 92 empresas brasileiras, a saber: 48 multinacionais de grande porte e 44 multinacionais de pequeno porte. Técnicas estatísticas de análise fatorial e modelagem linear generalizada são usadas para verificar a influência do tamanho da multinacional no desenvolvimento de competências. O resultado mostra que multinacionais brasileiras de pequeno porte desenvolvem mais competências no exterior quando comparadas com as grandes empresas. Portanto, ao menos para as multinacionais brasileiras, como representantes das empresas de países emergentes, o tamanho é um aspecto central para explicar as estratégias de desenvolvimento de competências no exterior.

  10. Brava gente brasileira e o “Brasil 500”: o espetáculo do descobrimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia da Costa Bezerra

    2011-01-01

    Full Text Available Based on studies of Diana Taylor, Anthony Pagden and Jean Starobinski, this essay examines how the film Brava gente brasileira, dramatizes some of the conflicts present in the reenactment of the discovery during the celebrations of the “Brazil 500.” The purpose is to reflect on some of intertexts involved in the process of building a sense of Brazilianness.

  11. Notícias do Levantamento de Recursos e Necessidades de Enfermagem na Revista Brasileira de Enfermagem (1955-1958

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Vieira Malta

    2014-10-01

    Full Text Available Estudo Histórico Social que tem como objeto notícias sobre o Levantamento de Recursos e Necessidades de Enfermagem no Brasil, publicadas na Revista Brasileira de Enfermagem entre 1955 e 1958. A fonte primária foi constituída pelos exemplares da Revista Brasileira de Enfermagem, publicados dentro do recorte temporal do estudo. As fontes secundárias foram constituídas por livros, artigos, dissertações e teses relativas à história da Enfermagem. A análise dos dados teve apoio das fontes secundárias e do pensamento do sociólogo Pierre Bourdieu. Os dados evidenciaram que a Revista Brasileira de Enfermagem, além de oportunizar a divulgação de notícias acerca do Levantamento, proporcionou visibilidade ao mesmo mediante a veiculação dessas notícias e, por fim, teve o efeito simbólico de conferir poder e prestígio à Enfermagem Brasileira.

  12. Cardiology in Brazilian scientific journals: an overview Cardiologia em revistas científicas brasileiras: um panorama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kavita Kirankumar Patel

    2012-06-01

    Full Text Available Cardiology has been and is a very significant fraction of the Brazilian contribution to science. In older days, the most significant part of this work was directed to foreign periodicals, but the quasi-simultaneous emergence of SciELO and PUBMED has ordained a redirection of much of this work to Brazilian periodicals. We here survey some of this more recent contribution for the benefit of readers of Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. This is offered as an update. Articles on the general themes of Cardiology and Pneumology published by four ISI Indexed Brazilian journals not specializing in cardiology are re-visited, after a search through 10 journals.A Cardiologia foi, e continua sendo, responsável por uma fracção muito significativa da contribuição brasileira para a ciência. No passado, os trabalhos mais importantes eram direcionados para periódicos estrangeiros, mas o surgimento quase simultâneo do SciELO e PUBMED facilitou um redirecionamento de grande parte desses trabalhos a periódicos brasileiros. Neste artigo, examinamos algumas das contribuições mais recentes em benefício aos leitores da Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Esta discussão é oferecida como uma atualização. Artigos sobre os temas gerais da cardiologia e pneumologia publicados por quatro revistas brasileiras indexadas no ISI - não especializadas em cardiologia - são revistos.

  13. Agripec : um modelo para estimar custos economicos e emissões de gases efeito-estufa para a pecuaria bovina brasileira

    OpenAIRE

    Costa, Thelmo Vergara de Almeida Martins

    2011-01-01

    A criação bovina é um importante emissor de Gases Efeito Estufa (GEE) do Brasil. A maior parte das emissões de metano vem da fermentação entérica, resultado normal do processo digestivo dos animais ruminantes como os bovinos. No entanto, a tarefa de analisar a contribuição da pecuária bovina nas emissões de GEEs necessita da identificação dos contextos regionais em que ocorrem os diferentes sistemas de produção no Brasil. Assim, para se comparar diferentes sistemas produtivos, é necessário se...

  14. O comércio de medicamentos de gênero na mídia impressa brasileira: misoprostol e mulheres The illegal market for gender-related drugs as portrayed in the Brazilian news media: the case of misoprostol and women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Diniz

    2011-01-01

    Full Text Available Este artigo analisa como a mídia impressa brasileira noticia o comércio clandestino do misoprostol, o principal medicamento para aborto. Foram recuperadas 1.429 notícias, de 220 veículos de informação impressos e eletrônicos, entre 2004 e 2009. A análise foi realizada em 524 notícias de 62 veículos impressos regionais e nacionais. O misoprostol é pauta permanente, mas o enquadramento das notícias é policial, diverso do aborto como uma questão religiosa, política e de saúde pública que domina a mídia brasileira. O misoprostol está inserido no mercado ilegal de medicamentos de gênero, tais como os para emagrecimento, disfunção erétil ou anabolizantes. Sessenta e quatro (12% notícias impressas apresentam histórias de vida de mulheres que abortaram com o misoprostol. As mulheres têm de 13 a 46 anos e sua inserção de classe demarca diferentes experiências de aborto. Três personagens foram identificados nos itinerários de aborto: amigas, intermediários e médicos. As histórias de aborto tardio são confundidas com a tipificação penal do infanticídio e são casos-limite para a narrativa midiática.This article analyzes how the Brazilian news media covers the illegal market for misoprostol, the main drug used to induce abortion. A total of 1,429 news stories were retrieved from 220 print and electronic media channels from 2004 to 2009. The analysis included 524 stories from 62 regional and national newspapers. Misoprostol appeared repeatedly in the news, but was usually approached from a criminal perspective, unlike abortion as a whole, which the Brazilian media routinely covers as a religious, political, and public health issue. Misoprostol is part of the illegal gender-related drug market, along with drugs for weight loss and erectile dysfunction and anabolic steroids. Sixty-four (12% of the news stories told life histories of women who had aborted with misoprostol. The women's ages ranged from 13 to 46 years, and

  15. Imprensa e voto nas eleições presidenciais brasileiras de 2002 e 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Santos Mundim

    2012-02-01

    Full Text Available O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa sobre os efeitos da cobertura da imprensa no voto nas eleições presidenciais brasileiras de 2002 e 2006. Argumenta-se que ela foi um fator importante em ambos os pleitos. A variável dependente é formada pelas séries históricas de intenção de voto dos principais candidatos: Lula (Partido dos Trabalhadores, Serra (Partido da Social Democracia Brasileira, Garotinho (Partido Socialista Brasileiro e Ciro (Partido Popular Socialista em 2002, e Lula, Alckmin (Partido da Social Democracia Brasileira, Heloísa Helena (Partido Socialismo e Liberdade e Cristovam Buarque (Partido Democrático Trabalhista em 2006. A principal variável explicativa é a cobertura eleitoral de quatro grandes jornais do país: Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo e Jornal do Brasil. Completam o modelo as seguintes variáveis de controle: propaganda partidária dos candidatos, o Horário Político Gratuito Eleitoral no 1º e 2º turnos, os debates presidenciais e o índice de popularidade presidencial. Os modelos foram estimados via MQO. Os resultados dos testes indicam que, em 2002, a cobertura da imprensa de Lula e Ciro Gomes foi uma das responsáveis pela variação observada nas suas respectivas intenções de voto. Em 2006, a dinâmica foi um pouco mais complexa. Apenas as intenções de voto em Heloísa Helena foram afetadas por sua própria cobertura. A princípio, é surpreendente que a cobertura extremamente negativa de Lula não tenha lhe custado votos. Mas ela teve um impacto indireto, e importante, para Alckmin e Cristovam Buarque. Como esse impacto foi maior durante o escândalo do dossiê tucano, podese afirmar que a cobertura da imprensa contribuiu decisivamente para a ocorrência do 2º turno na última eleição presidencial. Esses resultados mantêm-se mesmo quando se analisam os votos de eleitores de grupos de escolaridade distintos, um controle para os diferentes níveis de exposição aos

  16. Decifra-me ou te devoro! As finanças e a sociedade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Grün

    2007-10-01

    Full Text Available O texto pretende sustentar a existência de um modo financeiro de dominação na sociedade brasileira do início do século XXI. Para tanto, ele sugere uma cronologia para as transformações recentes da cultura econômica brasileira e mobiliza evidências em várias esferas: (i sobre o sucesso da retórica que justifica as altas taxas de juros ali existentes, que seriam o resultado da desorganização da sociedade brasileira; (ii sobre a propagação da governança corporativa, que é cada vez mais considerada o método correto de se gerir e avaliar organizações que se querem modernas; (iii sobre a lógica da crítica direta à dominação financeira, que tenta personificá-la em indivíduos "exemplares". Nos três casos, a proeminência dos argumentos que sustentam os pontos de vista das finanças, vistos como positivos no quadro sugerido pela cronologia, são contrapostos às dificuldades da sua crítica, que é associada às suas polaridades negativas.The article argues for the existence of a financial mode of domination in Brazilian society at the start of the 21st century. In support of this claim, it provides a chronology of the recent transformations in Brazilian economic culture and draws evidence from various spheres: (i on the success of the rhetoric justifying the continuance of high interest rates in the country, supposedly a response to the disorganization of Brazilian society; (ii on the propagation of corporate governance, increasingly advocated as the ideal method for managing and evaluating 'modern' organizations; (iii on the logic adopted by the explicit critique of financial domination, which attempts to personify the phenomenon in the form of 'exemplary' individuals. In all three cases, the pre-eminence of the arguments sustaining the financial viewpoint - seen as positive within the ideological framework of the proposed chronology - are contrasted with the difficulties faced by its critique, associated with its negative

  17. Instrumentos em Lingua Brasileira de Sinais para avaliacao da qualidade de vida da populacao surda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neuma Chaveiro

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Construir a versão em Língua Brasileira de Sinais dos instrumentos WHOQOL-BREF e WHOQOL-DIS para avaliar a qualidade de vida da população surda brasileira. MÉTODOS: Utilizou-se metodologia proposta pela Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-BREF e WHOQOL-DIS para a construção dos instrumentos adaptados para população surda em Língua Brasileira de Sinais (Libras. A pesquisa para execução do instrumento consistiu de 13 etapas: 1 criação do sinal qualidade de vida; 2 desenvolvimento das escalas de respostas em Libras; 3 tradução por um grupo bilíngue; 4 versão reconciliadora; 5 primeira retrotradução; 6 produção da versão em Libras a ser disponibilizada aos grupos focais; 7 realização dos grupos focais; 8 revisão por um grupo monolíngue; 9 revisão pelo grupo bilíngue; 10 análise sintática/semântica e segunda retrotradução; 11 reavaliação da retrotradução pelo grupo bilíngue; 12 filmagem da versão para o software; 13 desenvolvimento do software WHOQOL-BREF e WHOQOL-DIS em Libras. RESULTADOS: Características peculiares da cultura da população surda apontaram a necessidade de adaptações na metodologia de aplicação de grupos focais quando compostos por pessoas surdas. As convenções ortográficas da escrita das línguas sinalizadas não estão consolidadas, o que trouxe dificuldades em registrar graficamente as etapas de tradução. As estruturas linguísticas que causaram maiores problemas de tradução foram as que incluíram expressões idiomáticas do português, muitas sem conceitos equivalentes entre o português e a Libras. Foi possível construir um software do WHOQOL-BREF e WHOQOL-DIS em Libras. CONCLUSÕES: O WHOQOL-BREF e o WHOQOL-DIS em Libras possibilitarão que os surdos se expressem autonomamente quanto a sua qualidade de vida, o que permitirá investigar com maior precisão essas questões.

  18. Adaptacao cultural da versao brasileira do Godin-Shephard Leisure-Time Physical Activity Questionnaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Moreira Sao-Joao

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar adaptação cultural para versão brasileira do questionário de atividade física no tempo de lazer e avaliar a validade de conteúdo, praticabilidade, aceitabilidade e confiabilidade. MÉTODOS: Foram realizadas as etapas de tradução, síntese, retrotradução, avaliação por comitê de especialistas e pré-teste, seguidos pela avaliação da praticabilidade, aceitabilidade e confiabilidade (teste-reteste. Os juízes avaliaram as equivalências semântico-idiomática, conceitual, cultural e metabólica. A versão adaptada foi submetida ao pré-teste (n = 20 e teste-reteste (n = 80 em indivíduos saudáveis e pacientes com doenças cardiovasculares, em Limeira, SP, entre 2010 e 2011. A proporção de concordância do comitê de juízes foi quantificada por meio do Índice de Validade de Conteúdo. A confiabilidade foi avaliada segundo critério de estabilidade, com intervalo de 15 dias entre as aplicações, a praticabilidade pelo tempo gasto na entrevista e a aceitabilidade pelo percentual de itens não respondidos e proporção de pacientes que responderam a todos os itens. RESULTADOS: A versão traduzida do questionário apresentou equivalências semântico-idiomática, conceitual, cultural e metabólica adequadas, com substituição de algumas atividades físicas mais adequadas para a população brasileira. A análise da praticabilidade evidenciou curto tempo de aplicação do instrumento (média de 3,0 min. Quanto à aceitabilidade, todos os pacientes responderam a 100% dos itens. A análise do teste-reteste sugeriu estabilidade temporal do instrumento (Índice de Correlação Intraclasse = 0,84. CONCLUSÕES: A versão brasileira do questionário apresentou propriedades de medida satisfatórias. Recomenda-se sua aplicação a populações diversas em estudos futuros, a fim de disponibilizar propriedades de medida robustas.

  19. Influência regional no consumo precoce de alimentos diferentes do leite materno em menores de seis meses residentes nas capitais brasileiras e Distrito Federal

    OpenAIRE

    Saldiva,Silvia Regina Dias Medici; Venancio,Sonia Isoyama; Gouveia,Ana Gabriela Cepeda; Castro,Ana Lucia da Silva; Escuder,Maria Mercedes Loureiro; Giugliani,Elsa Regina Justo

    2011-01-01

    Objetivou-se avaliar a influência regional no consumo precoce de alimentos diferentes do leite materno em menores de seis meses residentes nas capitais brasileiras. Analisaram-se dados de 18.929 crianças da II Pesquisa de Prevalência de Aleitamento Materno nas Capitais Brasileiras - 2008. As frequências do consumo de chá, sucos, leite artificial e mingau/papa foram calculadas para as capitais das cinco regiões brasileiras. Curvas do consumo foram obtidas pela análise de logitos e estimativas ...

  20. Estratégia de internacionalização conduzida: um estudo em redes de franquias brasileiras [doi: 10.5329/RECADM.2014002

    OpenAIRE

    Helder de Souza Aguiar; Flavia L. Consoni; Roberto Carlos Bernardes

    2014-01-01

    Este artigo analisa as razões que motivam franquias brasileiras a instalarem unidades fora do Brasil. Com base em entrevistas presenciais conduzidas em 2012 com 21 redes de franquias brasileiras (de um total de 88 redes internacionalizadas) observou-se a forte presença de agentes exteriores à organização impulsionando esta iniciativa. Para parte significativa das franquias brasileiras, sair do Brasil e implementar unidades no exterior segue um movimento que não é nem reativo nem proativo. O  ...

  1. O estado da arte da pesquisa brasileira em Psicologia do Trabalho e Organizacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jairo Eduardo Borges-Andrade

    Full Text Available Este texto revisa sistematicamente os artigos científicos, publicados no Brasil, sobre o fazer humano no trabalho e gestão de pessoas nas organizações. A análise leva em conta o campo profissional no País, a pós-graduação e os periódicos nacionais e a produção internacional. Seus parâmetros são as questões relacionadas ao método, ao conteúdo e aos beneficiários da produção que foi publicada. Finaliza apresentando uma proposta de agenda estratégica para a pesquisa brasileira, com base nas informações analisadas.

  2. Estratégias para Criação da Indústria Aeroespacial Brasileira

    OpenAIRE

    dos Santos, Isabel Cristina; Neto, João Amato

    2007-01-01

    A criação da indústria aeroespacial brasileira - defesa, aeronáutica e espaço - situa-se no processo de formação da indústria nacional, quando, na década de 1930, o modelo econômico fundamentado na produção agrícola é substituído, lenta e gradualmente pela produção industrial. Para prover recursos humanos, técnicos e tecnológicos necessários para atender as necessidades do modelo industrial que se formaria a partir de então, foram criadas algumas das principais indústrias e serviços de infra-...

  3. Resistência e crítica: revistas culturais brasileiras nos tempos da ditadura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia de Barros Camargo

    2010-12-01

    Full Text Available A resistência tem sido uma das principais chaves explicativas para se tratar da literatura e da cultura no Brasil durante a ditadura militar. Nesse período, a palavra “resistir” tem seu sentido potencializado, inclusive pelas metáforas bélicas que transformam editores em partisans, livrarias e revistas em trincheiras, ou poemas em armas, incorporando aos atos culturais plus de sentidos, imersão na historicidade e formas de validação. Resistir culturalmente constituía ato único e legítimo a ser empreendido pela intelectualidade brasileira “progressista” diante do inimigo comum, o regime militar.

  4. Estado, educação e tecnocracia na ditadura civil-militar brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Reis dos Santos

    2012-08-01

    Full Text Available O objetivo das breves considerações que efetuamos neste trabalho encontra-se na análise da ordem econômica burguesa com a perspectiva de compreender a sua atuação na utilização do Estado em defesa e na imposição de seus interesses à sociedade brasileira e na apropriação do campo educacional como instrumento de difusão e reprodução de sua ideologia por meio da formulação e implementação de políticas públicas com vistas à obtenção de hegemonia, a partir do golpe de 1964 e da instituição do Regime de Ditadura Civil-Militar no Brasil.

  5. Resistência e crítica: revistas culturais brasileiras nos tempos da ditadura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia de Barros Camargo

    2010-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1984-784X.2010v10n15p05 A resistência tem sido uma das principais chaves explicativas para se tratar da literatura e da cultura no Brasil durante a ditadura militar. Nesse período, a palavra “resistir” tem seu sentido potencializado, inclusive pelas metáforas bélicas que transformam editores em partisans, livrarias e revistas em trincheiras, ou poemas em armas, incorporando aos atos culturais plus de sentidos, imersão na historicidade e formas de validação. Resistir culturalmente constituía ato único e legítimo a ser empreendido pela intelectualidade brasileira “progressista” diante do inimigo comum, o regime militar.

  6. [Beliefs about nursing in the Revista Brasileira de Enfermagem: reflections on ideals, science, and art].

    Science.gov (United States)

    do Nascimento, Estelina Souto; dos Santos, Geralda Fortina; Caldeira, Valda da Penha; Teixeira, Virgínia Mascarenhas Nascimento

    2002-01-01

    The inquiry of this study is the beliefs related to the nursing professional in the first decades of this activity in Brazil. The investigation presupposes that some of these beliefs are still current. The objective is to point out the beliefs expressed by Revista Brasileira de Enfermagem (Brazilian Journal of Nursing) in 33 articles, during the period between 1932 (when the journal was created) and 1954. Five notions of the nursing professional were identified through the analyses of the symbology presented on the cover of the periodical--Egyptian mythology; ideal, science and art, inscribed in a triangle. The categories established for nurses were: self-forgetful, heroine, socially committed, mercenary and bad angel. Finally, the study proposes an interpretation to the ideas presented in the triangle.

  7. Diálogo em Preto e Branco: A Experiência Moderna na Fotografia Brasileira

    OpenAIRE

    Marcelo Eduardo Leite; Carla Adelina Craveiro Silva

    2012-01-01

    No início do século XX, o campo das artes vive uma saudável reconfiguração e, nas artes brasileiras, a Semana de Arte Moderna, em 1922, evidencia a necessidade de absorção de novos valores estéticos, porém estas reformulações deveriam torná-las autenticamente nacionais. A fotografia não fez parte da semana, e, sua ausência é um indicativo de certo distanciamento que ela teve durante sua evolução dentro do campo das artes. Mais tarde, porém, com o advento dos fotoclubes, ela pode se inserir em...

  8. The circulation of linguistic knowledge in the Revista Brasileira de Filologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Schneiders

    2017-12-01

    Full Text Available In this study, we reflect upon the importance of scientific journals for the circulation and the legitimation of scientific knowledge. For this purpose, we gathered as object the Revista Brasileira de Filologia, a representative journal that circulated between the 1950s and early 1960s under the Brazilian national context. In view of this journal and the socio-historical context of its circulation, we analyzed how this discursive materiality has contributed to the legitimacy of certain areas of knowledge, such as Philology, Linguistics and Dialectology. Therefore, our main goal is to understand how this journal influences and contributes to the establishment and constitution of linguistic knowledge both in the national context and in southern Brazil. The development of this study is affiliated to the theoretical assumptions of the History of Linguistic Ideas and Pêcheux’s Discourse Analysis, as both are developed in Brazil.

  9. Festas católicas brasileiras e os milagres do povo Rita Amaral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaral, Rita

    2003-01-01

    Full Text Available As festas católicas brasileiras desempenham importante papel na sociedade nacional desde o período colonial, quando foram um dos principais estímulos à construção da sociabilidade entre os diferentes grupos que conviviam no país. A participação obrigatória nas festas desenvolveu a preferência por elas como modo de ação popular. Sendo assim, as festas de santos continuam desempenhando importantes funções sociais além das religiosas, como a organização de grupos de ação, desenvolvimento do turismo e mesmo de um mercado de bens e de publicidade

  10. [Developing knowledge and a profession: 70 years of the Revista Brasileira de Enfermagem].

    Science.gov (United States)

    Germano, Raimunda Medeiros

    2002-01-01

    Revista Brasileira de Enfermagem-REBEn (Brazilian Journal of Nursing) is now 70 years old. It was created in 1932, and was initially called Anais de Enfermagem. Its main purpose was to be a communication link among Brazilian professionals of nursing. REBEn, which is directly linked to ABEn (Brazilian Association of Nursing), also has as its objective the publicizing of scientific production in different fields of knowledge which can be of interest for the nursing profession. The journal went through many difficulties before achieving the current status of most important publishing in the field of nursing in Brazil. The periodical was developed along many generations and has now achieved intellectual maturity which guaranteed its inclusion in the international indexation of scientific periodicals.

  11. MESTIÇAGEM À BRASILEIRA: O ESTIGMA DO MESTIÇO NA LITERATURA NACIONAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Souza França

    2015-02-01

    Full Text Available Débora de Souza França DOI: 10.12957/periferia.2013.15321O presente artigo pretende analisar os aspectos da obra de Erving Goffman acerca do conceito de estigma, que se encontra presente na sociedade brasileira sob muitas formas. Como foco principal deste trabalho, pretende-se analisar o estigma da mestiçagem incorporado à nossa sociedade desde nosso mito fundador, em que se dá a união de três raças principais (negra, branca e indígena. Para essa efetiva análise, refletiremos com base nos textos literários desde o Romantismo (século XVIII até o Modernismo da Semana Nacional de Arte Moderna, no século XX.

  12. A construção do simulacro da Amazonia na publicidade brasileira - 2000 a 2005

    OpenAIRE

    Santos, Ana Amelia Fonseca

    2006-01-01

    A presente dissertação investiga o processo de produção de sentido e os procedimentos de construção do simulacro da Amazônia em textos publicitários da mídia impressa brasileira, analisando como são instalados temática e figurativamente os atributos e as axiologias dessa região, enquanto estratégia de comunicação mercadológica para o estímulo do consumo de bens materiais. Para tanto, partimos do pressuposto de que a Amazônia, que é enunciada nos jornais, nas capas de revista, n...

  13. Imaginários em confronto: as brasileiras e a televisão em Portugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Ferin

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo tem como objectivo analisar os cruzamentos entre trajectórias de vida, imaginários e percepção de conteúdos da televisão das imigrantes brasileiras em Portugal. Tendo como pano de fundo as teorias das migrações e aprofundando as teo-rias sobre a recepção, procura-se entender o papel dos Media, principalmente da televisão, nos processos de integração. Conclui-se que determinados conteúdos veiculados pelos Media são percebidos como interferindo nos quotidianos, enquanto as percepções tendem a ser selectivas e a articularem-se com as trajectórias de vida e de imigração.2 Palavras-chave: Mulheres imigrantes brasileiras; percepções dos conteúdos dos Media; consumos e usos dos Media; audiências activas e imaginação. ABSTRACT The aim of this article is to cross life trajectories, imaginaries and uses of television among Brazilian immigrants in Portugal. The objective was to identify the perceptions of information contents and the interferences of those contents in their daily lives. Having support on migration and reception theories, we seek to understand the role of media, mainly television, in the integration process. The conclusion points out to certain contents that interfere in the daily lives and to the selectivity of the perceptions. Keywords: Brazilian women immigrants; media perceptions; media uses and forms of consumption; active audiences and perceptions.

  14. Jurisdição Constitucional brasileira: entre Constitucionalismo e Democracia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estefânia Maria de Queiroz Barboza

    2008-06-01

    Full Text Available O presente artigo analisa o papel daJurisdição Constitucional brasileira a partir dasteorias da Democracia Procedimental e doConstitucionalismo. Primeiramente estuda-se amaneira como os teóricos da DemocraciaProcedimental tratam a possibilidade de atuação daJurisdição Constitucional na proteção e definiçãodos direitos fundamentais para a garantia do processodemocrático. Em um segundo momento enfoca-se oConstitucionalismo como teoria que prioriza aproteção dos direitos fundamentais, mesmo que istoimplique limitação do processo democrático. Por fimdemonstra-se que a Constituição brasileira de 1988adotou uma concepção de democracia substantiva, oque leva à possibilidade da Jurisdição Constitucionallimitar os Poderes Executivo e Legislativo visando aproteção dos direitos fundamentais.This article intends to discussBrazilian judicial review from the standpointof deliberative (or procedural democracy andconstitutionalism. It focuses first on therelation between procedural democracy andjudicial review stressing the role of the latterin defining and protecting basic rights in orderto guarantee the democratic procedure. Secondit takes constitutionalism as a theory thatemphasizes the protection of basic rights evenif it limits the democratic procedure. Then, itshows that the Brazilian Constitution of 1988has adopted a conception of substantialdemocracy that leads to the limitation ofexecutive and legislative powers by thejudiciary through judicial review in order toprotect basic rights.

  15. Requerimentos de energia e nutrientes da população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1979-09-01

    Full Text Available Foram estimados os requerimentos de energia, proteínas, vitamina A, B1, B2, C, D, B12, ácido fólico e dos minerais ferro e cálcio da população brasileira. Foi utilizada a metodologia recomendada nos relatórios técnicos dos Comitês de Peritos FAO/OMS. Partindo-se da pressuposição de que, até 19 anos de idade, o indivíduo tem um potencial de desenvolvimento a ser atingido, as recomendações de energia foram estabelecidas tomando-se como referência o percentil 97 da população. Os requerimentos dos adultos foram estimados para o homem-tipo e mulher-tipo representativos da população brasileira do percentil 50. As recomendações de proteínas e dos demais nutrientes foram calculadas para atender as necessidades de 95% da população.The requirements for energy, proteins, vitamins - A, B1, B2, C, D, B12 - Folie acid, and iron and calcium were estimated and for this purpose the method recommended by the FAO/OMS committees was used. Based on the presupposition that an individual achieves a development potential by the age of 19, energy requirements were established using as references the 97th percentile of the population. Adult requirements were estimated for the typical-man and typical-woman, representative of the 50th percentile of the Brazilian population. The protein requirements and those of the other nutrients were calculated to meet the needs of the 95th percentile of the population.

  16. Fatores associados à violência contra mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Sueli da Silva Lima

    Full Text Available Resumo: No Brasil, há um limitado número de estudos sobre violência contra mulheres profissionais do sexo, tema que vem instigando pesquisadores em todo o mundo, estimulados principalmente por possíveis associações desta com o HIV. Este trabalho objetiva estimar a prevalência de violência contra mulheres profissionais do sexo, segundo natureza e perpetrador, e identificar os fatores associados. Foi realizado um estudo transversal com dados de 2.523 mulheres profissionais do sexo de dez cidades brasileiras, recrutadas pelo método respondent-driven sampling (RDS. Os resultados mostraram que a prevalência de violência verbal foi de 59,5%; violência física 38,1%; sexual 37,8%. Violência física por parceiro íntimo, 25,2%; por clientes, 11,7%. Dentre os fatores associados à violência física estão: idade < 30 anos (ORa = 2,27; IC95%: 1,56-3,29; uso de drogas (ORa = 2,02; IC95%: 1,54-2,65; valor do programa até R$ 29,00 (ORa = 1,51; IC95%: 1,07-2,13. Conclui-se que as mulheres profissionais do sexo brasileiras vivenciam uma carga desproporcional de violência. Identificar fatores de vulnerabilidade é fundamental para as intervenções que garantam direitos humanos e controle do HIV.

  17. Evidências de validade da Escala Brasileira de Solidão UCLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Martins Barroso

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Este trabalho investigou as evidências de validade da Escala de Solidão UCLA para aplicação na população brasileira. Métodos Foram seguidas as fases: (1 autorização do autor e do Comitê de Ética; (2 tradução e retrotradução; (3 adaptação semântica; (4 validação. Utilizou-se para análise dos dados análise descritiva, fatorial exploratória, alpha de Cronbach, Kappa, teste de esfericidade de Barlett, teste Kaiser-Meyer-Olkin e correlação de Pearson. Para a adaptação, a escala foi submetida a especialistas e a um grupo focal com 8 participantes para adaptação semântica e a um estudo piloto com 126 participantes para adaptação transcultural. Da validação, participaram 818 pessoas, entre 20 e 87 anos, que responderam a duas versões da UCLA, ao Questionário de Saúde do Paciente, à Escala de Percepção de Suporte Social e a um questionário elaborado pelos autores. Resultados A escala mostrou dois fatores, que explicaram 56% da variância e alpha de 0,94. Conclusões A Escala de Solidão UCLA-BR indicou evidências de validade de construto e discriminante, além de boa fidedignidade, podendo ser utilizada para avaliação da solidão na população brasileira.

  18. A MIGRAÇÃO INTERNACIONAL RECENTE NA AMAZÔNIA BRASILEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Augusto Eichman Jakob

    Full Text Available Resumo O objetivo principal deste artigo é analisar a migração na Amazônia brasileira. São analisados os migrantes provenientes de outros países, em especial os transfronteiriços, assim como os migrantes brasileiros. A ideia é observar também qual o impacto destes migrantes na localidade de destino na Amazônia e o papel das cidades fronteiriças neste processo. Serão estas cidades apenas de passagem para a entrada no país ou possuem atrativos suficientes para que uma parte dos migrantes fique nelas? Estariam elas prontas para receber um volume substancial de migrantes? Estes migrantes vêm diretamente de seus países ou possuem experiência prévia em outras Unidades da Federação brasileiras? Para tentar esclarecer isto, são utilizados dados do Censo Demográfico de 2010 e da Contagem Populacional de 2007 para se analisar as características dos migrantes segundo sua origem, assim como seu local escolhido de destino. A partir das análises deste trabalho, percebe-se que o perfil da migração segundo a origem é diferente, e também a escolha do local de destino, possivelmente em função das redes sociais, que têm um papel importante neste processo de atração de migrantes em determinadas áreas.

  19. Percepções sobre o Programa Bolsa Família na sociedade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Carlos de Oliveira de Castro

    2009-11-01

    Full Text Available O artigo trata de percepções da sociedade brasileira sobre o Programa Bolsa Família (PBF a partir de uma pesquisa realizada em amostra da população. A pesquisa indicou que a população reconhece o Programa e entende que ele está sendo utilizado de forma adequada, mesmo considerando problemas em sua execução. Houve uma importante diferença entre a opinião daqueles que conhecem beneficiários em relação àqueles que não conhecem, sendo que os primeiros se manifestaram de forma mais positiva em relação aos resultados e mais cautelosos em relação às críticas, conclui que o PBF adquiriu legitimidade junto à sociedade brasileira dado o nível de conhecimento da política e mesmo de apoio à sua existência e argumenta sobre a importância de buscar e considerar a opinião da sociedade como importante elemento de avaliação de políticas públicas.The paper is about perceptions of Brazilian society concerning the cash transfer program Bolsa Família of Brazilian government obtained in a national survey. It indicated that population recognizes the program and understands that it is being used in an appropriated way, even though considering problems in its execution. Important differences occurred in the opinion of those who knew beneficiaries comparing with those who didn't. The first group manifested positive opinion and criticized less then the second. The paper concludes that the program acquired legitimacy in the Brazilian society, considering the knowledge of this policy and supporting its existence. It argues for the importance of searching and considering the public opinion as a fundamental element of public policy assessing.

  20. Desigualdad, exclusión y oportunidades educativas en la región otomí del estado de Tlaxcala

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Carro Olvera

    2013-01-01

    Full Text Available La desigualdad en la educación básica en México es un problema latente; a pesar de las políticas educativas universalizantes emprendidas desde hace décadas, las oportunidades educativas no son las mismas para todos los niños y adolescentes. Elementos como el capital cultural familiar, situación socioeconómica, medios rurales y urbanos, equipamiento en centros escolares detonan la desigualdad educativa. Recientemente con las prácticas se intenta incorporar a los segmentos poblacionales que se encuentran en desventaja para colocarlos en similares condiciones de estudio, los grupos étnicos son uno de muchos ejemplos. El objetivo del presente trabajo fue conocer las oportunidades educativas de los niños indígenas, los factores de exclusión en las escuelas de educación básica y los vínculos culturales con la comunidad. Método: La investigación se desarrolló en San Juan Ixtenco, única comunidad Otomí del estado de Tlaxcala; el universo de trabajo fueron cinco centros escolares de educación básica que existen en la localidad, cuatro escuelas de nivel primaria y una escuela de nivel secundaria (una particular, dos generales, matutina y vespertina y una indígena. La metodología fue cualitativa y cuantitativa; los instrumentos cualitativos del enfoque etnográfico fueron empleados para conocer la comunidad y las escuelas en su quehacer cotidiano y el trabajo con grupos de enfoque instrumentados con los alumnos. Se aplicaron 271 cuestionarios con variables cuantitativas y cualitativas (guías de observación, entrevistas y grupos focales a los centros escolares (alumnos, docentes, directivos y la comunidad (padres de familia y líderes. Resultados: Se integraron cuatro categorías de análisis: 1 los centros escolares, una escuela secundaria del subsistema generales, las escuelas primaria particular, primaria matutina y vespertina del mismo plantel y la primaria indígena, éstas imparten los programas oficiales de la Secretar

  1. Desigualdades en longevidad y calidad de vida entre Andalucía y España Inequalities in longevity and quality of life between Adalusia and Spain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ruiz-Ramos

    2004-08-01

    Full Text Available Fundamento: El aumento experimentado en la esperanza de vida durante siglo xx hace más necesario el uso de indicadores que proporcionen información sobre la calidad de vida y su distribución en diferentes zonas geográficas. Para ello se describe, junto a la esperanza de vida (EV, la esperanza de vida sin discapacidad (EVSD por sexo y edad, y se estima la magnitud de sus desigualdades entre Andalucía y España. Material y método: Con los datos de mortalidad del Movimiento Natural de la Población, la Encuesta sobre Discapacidades, Deficiencias y Estado de Salud y las poblaciones del Instituto Nacional de Estadística del 1999 para Andalucía y España, se han construido las tablas de vida abreviadas, y a partir de ellas se ha calculado las EVSD mediante el método de Sullivan y se han obtenido la EV y la EVSD por edad y sexo de Andalucía y España. Resultados: La esperanza de vida fue menor en Andalucía que en España en todas las edades en varones y mujeres: al nacer fue de 73,9 y 80,9 años para varones y mujeres en Andalucía y de 75,0 y 82,1 años en España. Las desigualdades entre Andalucía y España en la EVSD fueron mayores a todas las edades, tanto en varones como en mujeres: 66,0 y 69,0 años para varones y mujeres de Andalucía al nacer y de 68,3 y 72,0 en España. Conclusiones: Andalucía tiene una menor longevidad y una peor calidad de vida que la media española, sobre todo en las mujeres mayores.Background: Because of the increase in life expectancy (LE throughout the twentieth century, indicators providing information on quality of life and its distribution in distinct geographical areas are required. We describe LE and life expectancy without disability (LEWD by age and sex and estimate the magnitude of inequalities between Andalusia and Spain. Material and method: Mortality data from the Natural Population Movement, the Survey of Disabilities, Deficiencies and Health Status, and the populations of the National Institute

  2. Homicídios e desigualdades sociais na cidade de São Paulo: uma visão epidemiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Drumond Júnior

    1999-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo descrever e discutir a epidemiología dos homicídios na cidade de São Paulo, com ênfase nas suas desigualdades sociais, a partir dos dados e da experiência do Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade do Município de São Paulo (PRO-AIM. Os resultados mostram que os homicídios têm apresentado importância, dimensão e tendência crescente na cidade de São Paulo, apontando uma grande desigualdade social em todas estas características analisadas, segundo diferentes informações contidas nas declarações de óbito. A distribuição espacial mostra que os índices são maiores em regiões da periferia e do centro velho da cidade. Os diferenciais foram também analisados no interior de um distrito de boas condições sociais. Discute-se algumas propostas de prevenção e controle dos homicídios com ênfase num projeto abrangente que contemple toda a complexidade de seus múltiplos determinantes e as dinâmicas específicas produtoras da violência em diferentes situações. Conclui-se que um projeto baseado na solidariedade social, na eqüidade e na democracia só poderá emergir da organização dos grupos sociais atingidos, aliados a militantes em defesa da vida, vindos das mais diversas áreas de atuação e que a epidemiologia tem um importante papel neste processo podendo contribuir para a monitorização da violência, para o conhecimento de realidades específicas e para a sensibilização e instrumentalização dos atores sociais engajados na transformação das condições geradoras da violência.This article aims at describing and discussing the epidemiology of homicide in São Paulo City with emphasis on its social inequalities. The study used data and the experience of the Program for the Improvement on Mortality Information of São Paulo City (PRO-AIM. The empirical results show that the importance, dimension and trend of the homicides are on the increase in São Paulo City, and

  3. Aspectos relacionados aos efeitos da desigualdade de renda na saúde: mecanismos contextuais Issues regarding the effects on health of income inequality: contextual mechanisms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roger Keller Celeste

    2010-08-01

    Full Text Available O Brasil é um dos países mais desiguais em distribuição de renda e a influência desse fator na saúde das pessoas é controversa. Este artigo revisou a metodologia para estudos contextuais e mecanismos de ação que podem explicar o efeito contextual da desigualdade de renda na saúde. O estudo de efeitos contextuais necessita de teorias multiníveis bem formuladas que identifiquem o papel de cada variável no modelo, e o nível de agregação ideal das variáveis contextuais. Foram identificadas quatro explicações: (1 artefato estatístico; (2 comparação social;(3 subinvestimento público; (4 capital social. A contribuição relativa de cada um desses mecanismos não está ainda bem avaliada. Concluímos que a existência de diferentes mecanismos de ação pode explicar parte da heterogeneidade dos resultados. Outra explicação é que a desigualdade de renda pode captar outros construtos, como estratificação social ou políticas públicas e, em alguns casos, pode não ser um bom marcador de tais construtos. Estudos com maior poder de estabelecimento de relação causal são necessários. Uma possibilidade é a avaliação do impacto de políticas de intervenção direcionadas para redistribuição de renda.Brazil is one of the most unequal countries in income distribution. The influence of this factor on people's health is controversial. This article reviews the contextual effects and possible pathways linking income inequality to health. Contextual effect studies need well-developed multilevel theories, identifying the roles of variables in the explaining model, especially the role of individual level variables and the level of aggregation of contextual variables. Four explanations for the relationship between income inequality and health were identified: (1 statistical artifact; (2 social comparison; (3 underinvestment in social police; (4 social capital. The relative contribution of each of these mechanisms has not been well

  4. La expresión de las desigualdades sociales en la mortalidad infantil. Información epidemiológica en regiones seleccionadas de la provincia de Santa Fe (Argentina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana C. Augsburge

    2013-08-01

    Full Text Available El presente artículo plasma los hallazgos más importantes de una serie de tres estudios epidemiológicos destinados a elaborar el perfil de la mortalidad infantil en función de las condiciones de vida en regiones seleccionadas de Argentina, con el propósito de identificar las desigualdades sociales entre distintos grupos de población. Metodología: se realizaron tres estudios epidemiológicos con diseño ecológico que utilizan datos censales y estadísticas vitales como fuentes secundarias. Resultados: los hallazgos confirmaron un fuerte gradiente desfavorable en la mortalidad infantil para quienes se hallan en desventajas sociales. La gravedad de las disparidades observadas en la mortalidad infantil se hace más aguda cuando se aborda la mortalidad posneonatal. La alta proporción de muertes consideradas reducibles va acompañada asimismo por una profunda asimetría entre los grupos. Discusión: la elección de la mortalidad infantil como problema desde la perspectiva de las desigualdades no es ni original ni la confirmación de un gradiente inverso entre las condiciones de vida y los valores de la tasa de mortalidad infantil. Sin embargo, se destaca la necesidad de dar visibilidad y de cuantificar las desigualdades e inequidades entre grupos en espacios sociales concretos de planificación e intervención sanitaria This paper shows the most important results of three epidemiological studies whose aim was to construct a profile for infant mortality based on the living conditions of some selected areas in Argentina; their goal being the identification of the social inequalities between different populations. Methodology: three ecological epidemiological studies were conducted using census data and vital statistics as secondary sources. Results: the findings confirmed a strong gradient in

  5. Desigualdad en la dotación de capital como determinante de la segmentación del mercado de crédito: el caso de los productores de plátano en Nicaragua.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alder Miguel Contreras Hernández

    2014-11-01

    Full Text Available El crédito constituye una de las herramientas fundamentales de fomento al crecimiento y el desarrollo económico, por lo que el desempeño de las instituciones financieras que se encargan de su distribución impacta directamente en tales procesos. No obstante, es posible que los niveles de desigualdad de ingreso y de tenencia de capital influyan también en el modus operandi de dichas instituciones crediticias, formándose así un efecto de doble causalidad entre el desempeño de los mercados de crédito y los procesos de crecimiento y desarrollo. En este artículo se analiza precisamente el impacto que tienen los niveles de desigualdad de ingresos y de tenencia de capital sobre la estructura del mercado de crédito, utilizando como caso de estudio el de los productores de plátano nicaragüenses. Para ello se crea una tipologí de productores basada tanto en la dotación de capital tierra y capital trabajo que poseen, como en la tecnología productiva y de comercialización que implementan en sus explotaciones agropecuarias. Luego se explora si existe un vínculo entre dichas características y el tipo de institución crediticia a la que tienen acceso. Se argumenta que las desigualdades entre productores provocan una segmentación del mercado de crédito en la que los pequeños y medianos productores acceden a aquellas fuentes con mayores costos de financiamiento y menor capacidad de recursos. Por ello, el desarrollo de alternativas crediticias y el otorgamiento de servicios complementarios al financiamiento para estos productores es clave para generar un proceso de crecimiento y desarrollo más inclusivo.

  6. Corrupción en la función pública: un estudio sobre correlaciones entre corrupción, calidad de la democracia, gobernanza, desigualdad de renta y desempleo en el mundo (2008-2012

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Perez Bernardes de Moraes

    2015-01-01

    Full Text Available El estudio cuantitativo de la corrupción ha crecido en las últimas décadas, abriendo caminos sin precedentes para la pesquisa social. En este trabajo, se hace una comparación transnacional sobre la percepción de corrupción en la función pública desde 2008 hasta 2012. Se trabaja con tres hipótesis: 1 la corrupción es más frecuente en países con menor calidad democrática; 2 todos los indicadores de gobernanza ejercen algún efecto sobre la corrupción; 3 la desigualdad es un importante predictor del nivel de corrupción, aún más que el desempleo. Para probar estas hipótesis se utilizan datos del Democracy Ranking of the Quality of Democracy, Corruption Perception Index, Worldwide Governance Indicators, datos del World Development Indicators y del Banco Mundial, datos estos que calculan el nivel global de desempleo y el índice Gini, que mide la desigualdad de consumo y renta. Los resultados muestran que las dos primeras hipótesis son adherentes, ya que hay alta correlación negativa entre corrupción en la función pública y cualidad de la democracia además de los seis indicadores de gobernanza. La tercera hipótesis muestra relativa adherencia pues, desigualdad de renta y desempleo están correlacionados con la corrupción en el funcionalismo público, sin embargo, la correlación tiene bajo valor de significancia, lo que indica que estos dos factores son apenas parte de un todo entre factores que componen el nivel de corrupción.

  7. Desigualdades de sexo e escolaridade em fatores de risco e proteção para doenças crônicas em adultos Brasileiros, por meio de inquéritos telefônicos Gender and schooling inequalities in risk and protective factors for chronic diseases among Brazilian adults, through telephone survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Carvalho Malta

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Analisar os fatores de risco e proteção para doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT e identificar as desigualdades sociais na sua distribuição entre adultos brasileiros. MÉTODOS: Os dados utilizados foram coletados em 2007, por meio do VIGITEL, inquérito telefônico contínuo, em todas as capitais dos estados do Brasil, tendo sido analisadas pouco mais de 54.000 entrevistas. Foi calculada a razão de prevalência ajustada por idade, e as tendências em diversos níveis de escolaridade foram calculadas utilizando a regressão de Poisson com modelos lineares. RESULTADOS: Foram descritas diferenças na prevalência de fatores de risco e proteção para DCNT, por sexo e escolaridade. Entre homens, as prevalências do excesso de peso, consumo de carnes com gordura aparente e dislipidemia foram maiores na faixa de maior escolaridade, enquanto o uso do tabaco, estilo de vida sedentário e hipertensão arterial foram menores. Entre as mulheres, o uso do tabaco, excesso de peso, obesidade, hipertensão e diabetes foram menores na faixa de maior escolaridade. O consumo de carnes com gorduras visíveis e estilos de vida sedentários foram maiores na faixa de maior escolaridade. Quanto aos fatores de proteção, o consumo de frutas e verduras e atividade física aumentaram em homens e mulheres com o aumento da escolaridade. CONCLUSÃO: Sexo e escolaridade exercem influência nos fatores de risco e proteção para DCNT, com valores mais desfavoráveis para os homens. O VIGITEL é uma ferramenta importante no monitoramento destes fatores junto à população brasileira.OBJECTIVES: To assess risk and protective factors for chronic noncommunicable diseases (CNCD and to identify social inequalities in their distribution among Brazilian adults. METHODS: The data used were collected in 2007 through VIGITEL, an ongoing population-based telephone survey. This surveillance system was implemented in all of the Brazilian State capitals, over 54

  8. A desigualdade no “topo”: empregadores negros e brancos no mercado de trabalho brasileiro = Inequality on the top: black and white employers in Brazilian job market

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nunes, Jordão Horta

    2016-01-01

    Full Text Available Os empregadores, em razão de sua posição no binômio capital-trabalho, ocupariam provavelmente estratos de remuneração mais alta. No entanto, há desníveis de rendimentos, como ocorre entre trabalhadores brancos e negros, em que estes se tornam empregadores preponderantemente em setores menos privilegiados e ocupações com alto índice de informalidade, em pequenos empreendimentos com menor estabilidade. Este artigo a apresenta um breve perfil de empregadores negros e brancos no Brasil; b demonstra as desigualdades de inserção na estrutura do mercado de trabalho e c mensura os diferenciais médios de renda a fim de determinar o peso de fatores produtivos e da discriminação racial sobre a renda média dos empregadores estratificados por raça e sexo. Com base na análise quantitativa, empregando o método de decomposição de Oaxaca-Blinder, sustenta-se que existe uma diferença significativa de rendimentos entre estratos orientados por raça e sexo de empregadores que não pode ser creditada unicamente a fatores associados, como nível de escolaridade, experiência ou diferentes inserções ocupacionais, mas provém de um resíduo não explicado que é atribuído à discriminação de raça ou sexo

  9. Adeus à divisão sexual do trabalho?: desigualdade de gênero na cadeia produtiva da confecção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Guiraldelli

    2012-12-01

    Full Text Available A divisão sexual do trabalho, no marco da reestruturação produtiva, que desencadeou processos de terceirização, informalidade e subcontratações, é um assunto que ainda requer estudos e pesquisas com vistas a decifrar elementos presentes na esfera produtiva que reforçam as desigualdades de gênero no mundo do trabalho. Por isso, este artigo objetiva apresentar alguns aspectos desse fenômeno complexo, suscitando reflexões acerca de um suposto fim da divisão sexual do trabalho, diante de discursos disseminados que atestam para a igualdade entre homens e mulheres na esfera produtiva. Essa concepção é questionável considerando que ainda se sustentam determinadas ocupações no mundo do trabalho como redutos femininos por excelência, como é o caso da indústria da confecção.The sexual division of labor, the march of productive restructuring, that triggered processes of outsourcing, informality and subcontracts, is an issue that still requires further studies and research with a view to decipher elements present a productive sphere that reinforces gender inequalities in the world of work. For this reason, this article aims to present some aspects of this complex phenomenon, inspiring reflections about a supposed end of the sexual division of labor, in the face of discourses disseminated that attest to the equality of men and women at the productive sphere. This conception is questionable considering that still maintain certain occupations in the world of work as bastions female par excellence, as is the case with the clothing industry.

  10. DESIGUALDAD, INGRESO PER-CAPITA Y POBREZA: DE LO ESPECÍFICO MÚLTIPLE AL SENTIDO GENERAL DE LA CUESTIÓN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio José Chaves

    2004-01-01

    Full Text Available A partir de cuantiles de distribución para 112 naciones (Reporte-2000, Indicadores del Desarrollo Mundial, Banco Mundial y de un modelo biparamétrico de curvas de Lorenz, se obtiene una tendencia mundial general en función del índice de Gini, válida para el contexto de los datos y útil para proponer una visión teórica de las relaciones entre crecimiento, desigualdad y pobreza. Los resultados muestran que para erradicar la pobreza extrema: 1 Redistribuir es mejor política que crecer; 2 Países de desarrollo intermedio, con índice de Gini alto, pueden reducirla drásticamente y eliminarla en varios casos, si rebajan su Gini a 0.2 aún sin cambiar su ingreso per cápita; 3 La opción combinada de redistribuir inicialmente para aliviar rápidamente la pobreza extrema y luego crecer donde el ingreso per-cápita sea muy bajo, permite obtener una situación sostenible desde los puntos de vista ético, social, ecológico y ambiental. Para ello, es importante reducir el Gini de forma gradual y sostenida en pocos años, y contar con que ni las élites, ni sus ejércitos, ni los países con vocación imperial, usen métodos violentos para impedirlo, tal como lo registra la historia de los últimos siglos en las naciones periféricas.

  11. Aprovisionamiento eléctrico de Buenos Aires y desigualdades regionales entre la metrópolis y el Noreste argentino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvina Carrizo

    2011-07-01

    Full Text Available Argentina constituye el segundo mercado eléctrico de América del Sur (100.000 GWh consumidos en 2008, según cifras de la Agencia Internacional de la Energía 2010, después de Brasil. La mayor parte del consumo se concentra en la región metropolitana de Buenos Aires cuyos hogares absorben 40% de la electricidad destinada a fines domésticos y las industrias toman 60% del total. Los altos niveles de demanda de la metrópolis han justificado históricamente inversiones en proyectos energéticos, algunos locales, otros en sitios alejados. Así Buenos Aires genera e importa electricidad para cubrir sus necesidades mientras se observa que las regiones exportadoras a veces carecen de servicios locales suficientes. En la región del Noreste, donde se localiza la mayor represa del país –la represa binacional de Yacyretá- la tasa de cobertura eléctrica es inferior a la media nacional (siendo ellas de 90% y 95% respectivamente. Existen luego desigualdades en disponibilidad de electricidad a nivel nacional. Esta presentación1 busca mostrar en qué forma Buenos Aires se ha abastecido de electricidad y las implicancias que el desarrollo de ese mercado trae para las regiones exportadoras. En particular se estudia el sistema de producción y distribución de una de las mayores centrales hidroeléctricas y se constatan las dificultades y beneficios que ha encontrado la región del Noreste, en la obra de Yacyretá, ya en términos de abastecimiento, ya en términos socioeconómicos.

  12. Desigualdades educativas estruturais no Brasil: entre estado, privatização e descentralização Structural schooling inequalities in Brazil: between state, privatization and descentralization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. J. AKKARI

    2001-01-01

    Full Text Available No Brasil, mais que em outros países do Sul, a escola constitui um produto social desigualmente distribuído. Seu acesso é modulado não apenas por múltiplos padrões distintivos (categoria socioeconômica, sexo, etnicidade, local de residência…, como também pelo tipo de rede escolar freqüentado (pública, particular. Este artigo analisa a constituição histórica e progressiva de uma escolarização em várias velocidades. O discurso político republicano, que insiste sobre a função homogeneizadora e igualitária da escola que socializa em comum e fabrica cidadãos iguais, foi se esvaziando progressivamente de sua substância. A heterogeneidade provocada pela atual fragmentação do sistema escolar brasileiro em várias redes reproduz, acentuando-as, as desigualdades sociais e compromete de modo durável o desenvolvimento econômico e social desse país.In Brazil, more than in any other Southern country, school is an unequally distributed social product. Access to it depends not only on such distinctive standards as socioeconomic position, sex, ethnicity, location of residence etc., but also on the type of network attended (public, private. This paper analyses the historical and progressive constitution of a multispeed schooling network. The republican political speech, which highlights the egalitarian and homogenizing function of school, has been gradually losing its substance. The heterogeneity resulting from the current fragmentation of the Brazilian schooling system into various networks reproduces, magnifying them, all social inequities and lastingly endangers the social and economical development of this country.

  13. Desigualdades em Saúde: O Público e o Privado na Alta Complexidade | Inequalities in Health: Public and Private Healthcare in High Complexity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oséias Silva Martinuci

    2014-05-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Introdução: O Brasil é, ainda hoje, uma dos países mais desiguais da América Latina e, também, no mundo. Apesar disso, o relatório da ONU (PNUD, 2011, p. 42 destaca que o Brasil, tem logrado importantes avanços na redução das desigualdades. A redução da desigualdade tem como um dos seus resultados o fortalecimento do mercado interno. De acordo com as argumentações de Silveira (2002, 2004, 2007, 2008, 2009, 2010, apesar disso, o modo como as variáveis modernas atingem as regiões do país, pode ser encarado como uma nova forma de violência que se instaura sobre o território, através da drenagem da riqueza e do dinheiro social. Em muitas regiões chegou os bens mais modernos enquanto os direitos sociais mais básicos, como acesso ao saneamento básico e aos serviços de saúde, ainda é muito precário. O problema se torna ainda mais complexo quando consideramos que, em função das escolhas políticas feitas para as diversas políticas sociais, em especial as de saúde, ao longo do século XX (Almeida, 2005, os direitos sociais mais básicos se tornaram muito dependentes da dinâmica de mercado. Nesse contexto, nas regiões onde o mercado ainda não despertou interesse, o Estado é levado a ter uma função mais ativa para garantir a presença de variáveis que sustentam o acesso a direitos básicos. O caso dos serviços de alta complexidade é um exemplo emblemático dessa situação que se passa sobre o território nacional. Metodologia/Desenvolvimento: Para avaliar essa questão, elencamos os equipamentos de imagem-diagnóstico dentre os mais sofisticados: Ressonância Magnética Nuclear e Tomógrafos Computadorizados. Para tratar de sua distribuição sobre o território brasileiro, usamos como fonte de informação o CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde, assim como o DATASUS. Sendo equipamentos muito sofisticados tecnologicamente, s

  14. Desigualdades raciais na mortalidade de mulheres adultas no Recife, 2001 a 2003 Racial inequality in the mortality of adult women in Recife, 2001-2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sony Maria dos Santos

    2007-08-01

    Full Text Available As desigualdades raciais, resultantes dos efeitos da exclusão social, são influenciadas pela prática de preconceitos e discriminações. O termo raça pode ser entendido como identidade coletiva ou consciência política que constrói uma auto-estima socialmente positiva. Objetivou-se caracterizar desigualdades raciais na mortalidade de mulheres adultas negras e brancas, residentes em Recife, entre 2001 e 2003. No estudo, tipo transversal, incluíram-se 2.943 óbitos de mulheres de 20 a 59 anos, captados no Sistema de Informação sobre Mortalidade, com raça/cor branca e negra (preta + parda, analisando-se a mortalidade proporcional, coeficientes de mortalidade e razões de taxas. O risco de morte de negras foi 1,7 vezes superior ao de brancas. Entre as negras identificou-se maior risco de morte em todas as faixas etárias e maior proporção de óbitos em hospitais do SUS, de mulheres sem companheiro e que exerciam serviços/atividades domésticas. Quanto às causas básicas, observaram-se maiores coeficientes de mortalidade em todos os capítulos e causas específicas, exceto por neoplasias na faixa de 20 a 29 anos e por câncer de mama nas faixas de 30 a 39 e 50 a 59 anos. Entre negras e brancas, quanto menor a idade, maior a desigualdade do risco de morte por causas externas. Em negras, ressalta-se o maior risco de morte por homicídios; acidentes de transporte; doenças isquêmicas do coração, cerebrovasculares e hipertensivas; diabetes e tuberculose. Os achados revelam iniqüidades na saúde das mulheres negras, decorrentes da violação de direitos que dificultam a ascensão social e o acesso a condições dignas de saúde.Racial inequalities are effects of social exclusion, being influenced by prejudice and discrimination. The term race is used here meaning group identity or political perception of sharing a particular racial heritage, which builds a positive social self-esteem. The study aimed to characterize the mortality pattern

  15. Cause-specific mortality and income inequality in São Paulo, Brazil Mortalidad según causas básicas y desigualdad de renta en el Municipio de Sao Paulo, Brasil Mortalidade segundo causas básicas e desigualdade de renda no Município de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Dias Porto Chiavegatto Filho

    2012-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To analyze cause-specific mortality rates according to the relative income hypothesis. METHODS: All 96 administrative areas of the city of São Paulo, southeastern Brazil, were divided into two groups based on the Gini coefficient of income inequality: high (>0.25 and low (OBJETIVO: Analizar causas básicas de óbito según la teoría de renta relativa. MÉTODOS: Los 96 distritos del Municipio de Sao Paulo, SP, Brasil fueron divididos en dos grupos según desigualdad de renta, con base en el índice de Gini (alta ? 0,25 y baja OBJETIVO: Analisar causas básicas de óbito segundo a teoria de renda relativa. MÉTODOS: Os 96 distritos do Município de São Paulo, SP, foram divididos em dois grupos segundo desigualdade de renda, com base no índice de Gini (alta > 0,25 e baixa <0,25. Foi aplicada a metodologia propensity score matching para controlar por fatores de confusão referentes às diferenças socioeconômicas e demográficas entre os distritos. RESULTADOS: A diferença entre a mortalidade de distritos desiguais e mais igualitários foi estatisticamente significativa para homicídios (8,57 por 10.000 residentes [IC95% 2,60; 14,53], doença isquêmica do coração (5,47 por 10.000 [IC95% 0,76; 10,17], aids (3,58 por 10.000 [IC95% 0,58; 6,57] e doenças respiratórias (3,56 por 10.000 [IC95% 0,18; 6,94]. As dez causas básicas mais frequentes foram responsáveis por 72,3% do total da diferença. A mortalidade infantil também foi estatisticamente maior para distritos mais desiguais (2,80 por 10.000 [IC95% 0,86; 4,74], assim como mortalidade masculina (27,37 por 10.000 [IC95% 6,19; 48,55] e feminina (15,07 por 10.000 [IC95% 3,65; 26,48]. CONCLUSÕES: Os resultados encontrados estão de acordo com o esperado pela teoria da renda relativa. A mortalidade por todas as causas básicas analisadas foi maior em distritos mais desiguais depois do uso da metodologia do propensity score matching. Estudos sobre a desigualdade de renda realizados

  16. Democracia ao avesso: a relação entre representação e a promoção de desigualdades no Estado Democrático de Direito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayara Macedo

    2013-12-01

    Full Text Available Embora a concepção predominante de democracia esteja atrelada à ideia de representação, a história mostra que os dois conceitos são essencialmente contraditórios. Enquanto democracia relaciona-se intrinsecamente com igualdade, representação possui o princípio da distinção, em que indivíduos são colocados em uma posição superior a outros, seja pelos derivativos da sua renda ou influência política. O presente artigo pretende analisar a relação entre democracia e representação, abrangendo os tipos de desigualdade gerados pelo mecanismo eleitoral e que se contrapõem ao conceito de democracia. Isso será feito por meio de uma pesquisa bibliográfica, que abrange os diferentes aspectos do conceito de participação. Palavras-chave: democracia; representação; eleições; desigualdade.  Abstract: Although the prevailing conception of democracy has been related to the idea of representation, history shows that both concepts were essentially opposed. Whereas democracy is intrinsically related to equality, representation has the principle of distinction, in which individuals have a higher position, either because of income or for the degree of political influence. This article intends analyzing the relationship between democracy and representation, approaching the types of inequality generated by the electoral mechanism and opposed to the concept of democracy. This will be done through a bibliographical research, which approaches different aspects of the concept of “representation”. Key words: Democracy; Representation; Elections; Inequality.  Resumen: A pesar de que el concepto predominante de democracia esté fuertemente relacionado a la idea de representación, la historia nos muestra que ambos elementos son esencialmente contradictorios. Mientras que la democracia se relaciona intrínsecamente con la igualdad, la representación se basa en el principio de la distinción. Este artículo pretende analizar la relaci

  17. Desigualdades no uso e acesso aos serviços de saúde entre idosos do município de São Paulo Desigualdades en el uso y acceso a los servicios de salud entre ancianos del municipio de São Paulo Inequalities in access to health care services and utilization for the elderly in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Cristina Prado Louvison

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os fatores relacionados à determinação e às desigualdades no acesso e uso dos serviços de saúde por idosos. MÉTODOS: Estudo integrante do Projeto Saúde, Bem-estar e Envelhecimento (SABE, no qual foram entrevistados 2.143 indivíduos com 60 anos ou mais no município de São Paulo, SP, em 2000. A amostra foi obtida em dois estágios, utilizando-se setores censitários com reposição, probabilidade proporcional à população e complementação da amostra de pessoas de 75 anos. Foi mensurado o uso de serviços hospitalares e ambulatoriais nos quatro meses anteriores à entrevista, relacionando-os com fatores de capacidade, necessidade e predisposição (renda total, escolaridade, seguro saúde, morbidade referida, auto-percepção, sexo e idade. O método estatístico utilizado foi regressão logística multivariada. RESULTADOS: Dos entrevistados, 4,7% referiram ter utilizado a internação hospitalar e 64,4% o atendimento ambulatorial. Dos atendimentos ambulatoriais em serviço público, 24,7% ocorreram em hospital e 24,1% em serviço ambulatorial; dentre os que ocorreram em serviços privados, 14,5% foram em hospital e 33,7% em clínicas. Pela análise multivariada, observou-se associação entre a utilização de serviços e sexo, presença de doenças, auto-percepção de saúde, interação da renda e escolaridade e posse de seguro saúde. A análise isolada com escolaridade apresentou efeito inverso. CONCLUSÕES: Foram observadas desigualdades no uso e acesso aos serviços de saúde e inadequação do modelo de atenção, indicando necessidade de políticas públicas que levem em conta as especificidades dessa população, facilitem o acesso e possam reduzir essas desigualdades.OBJETIVO: Analizar los factores relacionados a la determinación y las desigualdades en el acceso y uso de los servicios de salud por ancianos. MÉTODOS: Estudio integrante del Proyecto Sáude, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE Salud

  18. Paradigmas da atuação brasileira no mercosul 10.5102/uri.v9i1.1375

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa de Sousa Ribeiro

    2011-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo analisar a inserção brasileira no processo de regionalização latino-americano, em especial, o caso do Mercosul. Promove-se uma remissão histórica das correntes ideológicas que influenciaram a política externa brasileira nessa seara e estuda-se o desenvolvimento do mencionado bloco de integração.

  19. Sistemas públicos de ensino fundamental e a perpetuação da desigualdade: democracia e qualidade educacional como promotoras de justiça social Sistemas públicos de enseñanza básica y la perpetuación de la desigualdad: democracia y calidad educacional como promotoras de la justicia social Public Elementary School Systems and the continuation of inequality: democracy and quality of education as a social justice promoter

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Túlio Aniceto França

    2012-12-01

    Full Text Available A educação restringe/amplia as oportunidades econômicas do indivíduo durante seu ciclo de vida. O sistema educacional de um país ou região tem papel fundamental na geração de igualdade de oportunidades. O artigo investiga os sistemas de ensino público (municipal e estadual no Brasil e sua relação com a desigualdade. Os entes federados mais desiguais têm sistemas educacionais menos eficazes em prover ensino de qualidade, contudo, um maior nível de democracia aumenta esta eficácia. As desigualdades de riqueza, cor e nível sociocultural da família afetam o desempenho do indivíduo, independentemente da qualidade escolar, o que justifica políticas focalizadas que promovam igualdade de oportunidade por meio da educação.La educación restringe/amplía las oportunidades económicas del individuo durante su ciclo de vida. El sistema educacional de un país o región tiene un papel fundamental en la generación de igualdad de oportunidades. El artículo investiga los sistemas de enseñanza pública (municipal y estatal en Brasil y su relación con la desigualdad. Los entes federados más desiguales tienen sistemas educacionales menos eficaces en proveer una enseñanza de calidad, sin embargo, un mayor nivel de democracia aumenta esta eficacia. Las desigualdades de riqueza, color y nivel sociocultural de la familia afectan el desempeño del individuo, independientemente de la calidad escolar, lo que justifica políticas centradas en la promoción de la igualdad de oportunidades mediante la educación.Education restricts/expands individuals´ economic opportunities during their life cycles. The educational system of a country or region has an essential role in the generation of equal opportunities. The present article investigates the public teaching systems (municipal and state in Brazil and their relationship with inequality. More unequal states of the federation have less effective educational systems in the provision of quality

  20. RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL: UM ESTUDO DOS INDICADORES SOCIAIS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS COM FOCO NA TOMADA DE DECISÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonia Wigna de Almeida Ribeiro

    2017-07-01

    Full Text Available Este artigo avalia a relação entre adoção de práticas de Responsabilidade Social Empresarial (RSE com a performance organizacional, medida pelo crescimento da receita líquida de empresas brasileiras. Para isso, foi utilizada a metodologia de dados em painel não balanceado para oitenta e oito em empresas que divulgaram seus Balanços Sociais no período de 2001 a 2005. Os resultados apontam para uma relação positiva entre RSE e crescimento da receita, o que pode ser fator motivador para que as empresas brasileiras quebrem as barreiras da RSE de forma a obter vantagem competitiva sobre os demais competidores.

  1. Redes de Franquia Brasileiras Internacionalizadas: Evolução do Método de Entrada no Exterior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helder de Souza Aguiar

    2014-03-01

    Full Text Available Este artigo analisa os métodos de entrada das franquias brasileiras quando optam por se instalar fora do Brasil. A partir de um estudo multicasos, foram realizadas entrevistas presenciais em 2012 com 21 redes de franquias internacionalizadas. Dentre os resultados, observou-se uma mudança de postura das redes de franquias brasileiras ao longo do tempo, com alteração no método de entrada em mercados internacionais. Destaca-se a intensificação da procura por parte de agentes externos dispostos a levar a marca para o exterior, fato que possibilitou que a estratégia predominante a partir de 2008 fosse franquear suas atividades diretamente a partir do Brasil. DOI:10.5585/riae.v13i1.1985

  2. A Comissão Nacional da Verdade e o caso dos protestantes durante a ditadura militar brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Seawright Alonso

    2016-05-01

    Full Text Available Descrevi o ambiente político em que foi criada a Comissão Nacional da Verdade e, em seguida, abordei a criação do Grupo de Trabalho sobre o papel das igrejas na ditadura militar brasileira. Apresentei perspectivas sobre a “justiça de transição” e a consequente “frustração” sentida por parte da sociedade brasileira. Propus analisar o caso dos protestantes com base nas diferentes iniciativas do GT. Não obstante, analisei a documentação transcrita pela Presidência da República e as entrevistas de história oral contendo memórias de protestantes ortodoxos comunistas e heterodoxos anticomunistas no tocante à “justiça de transição” tardia e inconclusa na história republicana do Brasil.

  3. Os cursos de enfermagem da cruz vermelha brasileira e o início da enfermagem profissional no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Mott

    2002-10-01

    Full Text Available O artigo discute as origens da enfermagem profissional no Brasil e o papel das escolas de enfermagem da Cruz Vermelha Brasileira, criadas no Rio de Janeiro, no período da década de 1910. A pesquisa baseia-se na análise de diferentes tipos de documentos como artigos, manuais de enfermagem, estatutos, relatórios, entre outros. Aponta para a necessidade de se repensar afirmações cristalizadas na bibliografia da História da Enfermagem Brasileira, com relação à vinculação entre a chegada ao Brasil das enfermeiras da Missão Rockefeller e a profissionalização da enfermagem no país e o papel de precursora na formação de enfermeiras atribuído à Escola de Enfermeiras Dona Anna Nery, fundada no Rio de Janeiro, em 1923.

  4. A construção de sentidos sobre a homossexualidade na mídia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente William da Silva Darde

    2008-12-01

    Full Text Available O jornalismo, entendido como construtor de sentidos sobre a realidade, é um discurso que deve representar a diversidade de pensamento da sociedade contemporânea. No entanto, as representações dos gays criadas a partir do discurso jornalístico podem determinar e/ou intensificar o processo de marginalização dos homossexuais na sociedade. A partir da análise da reportagem sobre casais gays que adotaram crianças, veiculada no programa Globo Repórter da Rede Globo, buscamos contribuir neste artigo para a discussão sobre a construção da homossexualidade pela Imprensa brasileira. A busca pelo reconhecimento social, amparado num discurso de conquista da cidadania, será bem sucedida quando a mídia transformar o caráter arbitrário da cultura dominante na sociedade brasileira em culturas paralelas entendidas como diversidade.

  5. "Tabela Brasileira de Composição de Alimentos - USP: banco de dados de alimentos industrializados"

    OpenAIRE

    Maria Stella Bonin Ito

    2003-01-01

    Informações sobre composição de alimentos são de grande importância em qualquer estudo sobre nutrição humana. A Rede Brasileira de Dados de Composição de Alimentos (BRASILFOODS) coordena as atividades nacionais sobre composição de alimentos e está ligada a Rede Latino-Americana de Dados de Composição de Alimentos (LATINFOODS), responsável pela elaboração da Tabela de Composição da América Latina. A Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – Universidade de São Paulo (TBCA–USP) foi desenvo...

  6. Validação da Échelle Douleur Inconfort Nouveau-Né para a cultura brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia de Souza Barbosa Dias

    2018-02-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Avaliar a confiabilidade e a validade da versão brasileira da Échelle Douleur Inconfort Nouveau-Né, que mensura a dor prolongada em recém-nascidos. Método Estudo metodológico realizado junto com recém-nascidos. Para a coleta foram utilizadas as versões brasileiras da Échelle Douleur Inconfort Nouveau-Né e da Children’s and Infants’ Postoperative Pain Scale. Para a confiabilidade, foram consideradas a equivalência, mensurada pela concordância entre observadores, e a homogeneidade. Para avaliar a validade, foi considerada a abordagem de construto convergente correlacionando as versões brasileiras da Échelle Douleur Inconfort Nouveau-Né e da Children’s and Infants’ Postoperative Pain Scale. Resultados Compuseram a amostra final 96 recém-nascidos. Na avaliação da confiabilidade, o coeficiente de concordância entre observadores variou entre 0,64 e 0,85 para os itens que compõem o instrumento e 0,96 para o escore total. O alfa de Cronbach foi de 0,82. Na avaliação da validade convergente, o coeficiente de correlação de Spearman entre os valores encontrados para as duas escalas foi de 0,79 (p< 0,0001. Conclusão A versão brasileira da Échelle Douleur Inconfort Nouveau-Né é um instrumento confiável e válido para avaliar a dor prolongada em recém-nascidos.

  7. Consumo pós crise do subprime. Novos tempos na internacionalização da economia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Trevisan

    2011-01-01

    Full Text Available A preocupação com o futuro da economia brasileira já chegou aos poetas e às revistas internacionais. Os efeitos da crise do subprime fazem parte dessa preocupação. Alguns desafios, como a internacionalização das empresas brasileiras, a atualização tecnológica da produção e as expectativas de consumo no País ganharam destaque nesse processo. A reunião do G-20, no entanto, mostrou que há diferentes métodos de lidar com a crise, preservando-se a maior influência do modo norte-americano de “fazer negócio”. A inserção brasileira na economia internacional, porém, acompanha mais o novo perfil das economias emergentes, que se desenvolve independentemente da crise. Nesse caminho, a maior dificuldade para a inserção internacional eficiente do Brasil, com manutenção da mobilidade social e da tendência de alta no consumo, continua a ser a frágil relaçãointerna entre educação e competitividade.

  8. UMA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO PARA PORTAIS DA INOVAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olival de Gusmão Freitas Júnior

    2013-10-01

    Full Text Available A inovação se apresenta na sociedade do conhecimento como um fator preponderante no processo de desenvolvimento das nações. De forma sui-generis, enquanto em quase todo mundo a inovação se faz na empresa, no Brasil a Universidade Pública Brasileira é um atípico e presente ambiente de inovação. A interação universidade-empresa define um processo de cooperação destinado a gerar produtos, serviços e processos, devendo ser intensificado e orientado com mais eficácia para a inovação e, de forma genérica, para a transferência de conhecimentos. Neste contexto, observa-se a necessidade nas Universidades Públicas Brasileiras de criar um ambiente virtual de inovação com os seus diversos atores, promovendo compartilhamento e disseminação do capital intelectual na busca de soluções inovadoras e construção de estratégias para o desenvolvimento social. Este artigo objetiva apresentar uma arquitetura informacional para o portal da inovação aplicado às Universidades Públicas Brasileiras que se constituirá em um espaço de cooperação entre setor produtivo e comunidade científico-tecnológica.

  9. Perfil refracional dos présbitas na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Maria Osório Chaves

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar o perfil refracional dos présbitas na Amazônia ocidental brasileira, estabelecendo-se como piloto a cidade de Manaus e nove das sessenta e uma cidades do interior do estado do Amazonas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo dos prontuários de 8.225 pacientes. Foram examinadas pessoas maiores de 40 anos, em 10 cidades do estado do Amazonas (Manaus e 09 municípios da hinterlândia, no período de setembro/2008 a dezembro/2011. Os dados foram classificados por faixa etária, sexo, atividade econômica (aposentados ou não, tipo de ametropia e acuidade visual para longe e perto com e sem correção. O método consistiu no exame oftalmológico de rotina que incluiu o exame de refração. A análise estatística dos dados utilizou estudos quantitativos. RESULTADOS: Dos pacientes atendidos, 53,0% eram do sexo feminino; a faixa etária mais prevalente era de 51 a 60 anos; 66,0% não são aposentados e ainda desenvolvem alguma atividade laborativa; a maior prevalência das ametropias registrada foi de astigmatismos diversos (43,0% e a acuidade visual para longe, sem correção, foi de 15,0% com 20/200 e, com correção, foi de 45,0% com 20/30 ou mais; em relação à visão para perto, a acuidade visual foi de 40,0% para J6, sem correção e, de 82,0% para J2 e J1, com correção; as adições utilizadas em 75,0% foram de +2,50 dioptrias ou mais; e 52,0% dos atendimentos foram realizados em Manaus. CONCLUSÃO: Esta pesquisa, ao examinar populações pobres da Amazônia brasileira, corrobora que a falta de óculos para corrigir a visão para perto constitui-se em importante problema de saúde pública nas pessoas acima dos 40 anos, principalmente naquelas que têm dificuldade de acesso a serviços de Oftalmologia.

  10. Estrutura de capital: o papel das fontes de financiamento nas quais companhias abertas brasileiras se baseiam

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Tarantin Junior

    2015-01-01

    Full Text Available ResumoEste estudo avaliou a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras, no período de 2005 a 2012, verificando o papel das fontes de financiamento nas quais tais companhias se baseiam. Para tanto, foi avaliada a proporção das dívidas em 3 fontes distintas: as instituições financeiras, o mercado de capitais e as fontes com taxas de juros subsidiadas, estas últimas representando um fator institucional da economia brasileira. Foi utilizada uma amostra de 95 empresas, dentre as 150 maiores empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBOVESPA. Por meio de modelos com dados em painel, os resultados mostram que as fontes de financiamento impactam a formação da estrutura de capital das empresas, exercendo influência tanto na alavancagem quanto na maturidade das dívidas. Em relação à alavancagem, empresas que têm maior proporção de seus recursos captados no mercado de capitais são mais alavancadas. O mesmo não acontece com as empresas que têm maior proporção de recursos subsidiados. Em relação à maturidade das dívidas, recursos de diferentes maturidades são captados em diferentes fontes: os recursos de menores maturidades são captados em instituições financeiras e os recursos de maiores maturidades são captados no mercado de capitais e nas fontes com taxas de juros subsidiadas - leia-se Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES. Comparando-se os recursos do mercado de capitais com os recursos subsidiados, verifica-se que os primeiros têm maior maturidade. Tal resultado pode ser justificado em virtude do crescimento do mercado de capitais brasileiro nos últimos anos, a partir de 2009, de modo que as companhias estão se baseando no mercado de capitais para seus financiamentos de maior maturidade e nos recursos subsidiados, do BNDES, para seus financiamentos de maturidades intermediárias.

  11. Língua brasileira de sinais e implante coclear: relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Myriam de Lima Isaac

    2012-03-01

    Full Text Available A perda auditiva é uma das privações sensoriais mais comum nos homens. A principal consequência da perda auditiva reside em sua repercussão no desenvolvimento da linguagem oral e, consequentemente, interferindo em todo o processo de aprendizagem da leitura e escrita. O implante coclear é um dispositivo eletrônico, parcialmente implantado, que visa a proporcionar aos seus usuários sensação auditiva próxima ao fisiológico. É uma boa opção aos portadores de surdez sensorioneural profunda, entretanto, não assegura o desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem oral. Assim, por não desenvolverem a linguagem oral, os indivíduos com implante coclear não podem ser privados da possibilidade da aquisição e do desenvolvimento da linguagem, pois podem fazer isso utilizando outra forma de comunicação – a língua de sinais. O objetivo deste relato é descrever a experiência do atendimento multidisciplinar de uma criança usuária de implante coclear. B.V.S.R. oito anos, gênero masculino, portador de perda auditiva sensorioneural profunda, bilateral desde o período neonatal. Realizou cirurgia de implante coclear aos três anos de idade, sendo acompanhado segundo abordagem aurioral. Devido ao baixo desempenho escolar apresentado, foi discutido com a equipe multidisciplinar e decidido modificar a abordagem, optando-se por iniciar aprendizagem de língua brasileira de sinais.  Após um período de dois anos, segundo a nova abordagem, a criança apresentou considerável evolução em todos os aspectos do desenvolvimento. A mudança de abordagem influenciou positivamente na evolução da criança, pois a mesma alcançou adequado desempenho em diversas habilidades linguísticas.Palavras-chave: Surdez. Implante coclear. Língua brasileira de sinais.

  12. A Governança Corporativa Influencia a Eficiência das Empresas Brasileiras?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Igor Bernardi Sonza

    2014-05-01

    Full Text Available O conflito de interesses entre executivos e proprietários é uma questão amplamente difundida na academia, já documentada em 1932 por Berle e Means, trazendo à tona o clássico conflito de interesses entre agente e principal discutido pela Teoria da Agência. A premissa por trás da governança corporativa é que as pessoas que estão dentro das corporações não necessariamente agem visando o melhor para os provedores de fundos. Partindo deste pressuposto, o trabalho em questão visa verificar a influência dos aspectos de governança corporativa na eficiência das empresas de capital aberto brasileiras. O estudo une técnicas de otimização estática através de Análise Envoltória de Dados (DEA para identificar a eficiência das empresas de capital aberto, com Dados em Painel para identificar a influência da governança corporativa na eficiência das empresas. Os dados foram coletados manualmente dos relatórios 20-F da Security Exchange Commission (SEC das empresas brasileiras que possuem American Depositary Receipts (ADRs, já que a base de dados não está disponível, no Brasil, de uma forma completa. Grande parte das hipóteses foi confirmada, evidenciando as condições particulares das finanças corporativas no Brasil no que tange a Governança Corporativa. A incipiência do mercado de capitais brasileiro é percebida em várias análises, ressaltando que o histórico do sistema corporativo brasileiro é um dos limitantes da eficiência das empresas. As condições que prevalecem são: (i alta sobreposição propriedade-direção; (ii conselhos de administração de baixa efetividade; (iii em grupos familiares, os papéis dos acionistas, dos conselhos e da direção não são bem definidos; (iv existe pouca clareza quanto à relação benefício-custo da boa governança; (v baixa eficácia dos conselhos de administração; e (vi indícios de conflitos de interesses, relativizados por incentivos explícitos e implícitos.

  13. Perfil das universidades brasileiras de e com potencial de classe mundial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Pilatti

    Full Text Available Resumo: O texto tem por objetivo analisar o perfil das universidades brasileiras que estão na condição de Universidade de Classe Mundial (UCM e as com potencial para atingir essa condição. O estudo é documental com características exploratórias. O corpus documental é composto pelos rankings Academic Ranking of World Universities (ARWU, Times Highter Education Ranking (THE e Quacquarelli Symonds World University Ranking (QS, divulgados no período de 2011-2015; pelos dados fornecidos pela rede mundial de computadores nos anuários da UERJ, UNICAMP, USP e UNESP; no orçamento de São Paulo 2014, nos dados da CAPES (2015, no INEP e nos sítios das universidades. Constata-se três universidades consolidadas na condição de UCM (USP, Unicamp e UFRJ e três em consolidação (UNESP, UFRGS e UFMG. A UNESP, a UFRGS e a UFRJ têm tendência ascendente nos rankings; a USP, a Unicamp e a UFMG têm tendência descendente. Constata-se potencial para atingir a condição de UCM em 11 universidades: PUC-RJ, PUC-RS, UERJ, UFBA, UFPR, UFSC, UFSCar, UTV, UnB, PUC-SP e a Unifesp. As UCM brasileiras são públicas, com média de idade de 72 anos e com percentual de 76,49 de alunos na graduação e 23,51% na pós-graduação. O estado de São Paulo apresenta o maior percentual de alunos de pós-graduação e um nível mais elevado de investimento (custo anual por aluno. Conclui-se que as universidades que pertencem à Classe Mundial apresentam em comum publicações em periódicos indexados em base de dados como a SCIE, a SSCI, a Thomson Reuters e o Scopus.

  14. Mapa das juventudes de Santo André, SP: instrumento de leitura das desigualdades sociais Mapa de las juventudes de Santo André, Sureste de Brasil: instrumento de lectura de las desigualdades sociales Youth map of the city of Santo André, Southeastern Brazil: an instrument to read social inequalities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Yonekura

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as desigualdades sociais de jovens moradores em área urbana pelo mapeamento de dados sociodemográficos e econômicos. MÉTODOS: Utilizando-se dados do Censo Demográfico 2000, 57 variáveis sociodemográficas e econômicas de jovens de 15 a 24 anos do município de Santo André, SP, foram distribuídas por 43 regiões de dados estatísticos que correspondem a um recorte do território em distritos menores. Os dados foram coletados no Departamento de Indicadores Sociais e Econômicos da Prefeitura Municipal de Santo André, referentes ao ano 2000. Por meio de análise fatorial, 13 variáveis foram agrupadas em dois fatores - condições de trabalho e condições de vida, que discriminaram estatisticamente regiões semelhantes entre si. Foi realizada análise por agrupamento das regiões, resultando em quatro grupos sociais. RESULTADOS: O espaço que concentrava os jovens com mais acesso à riqueza foi classificado como central e aqueles com menos acesso, como periférico. Duas gradações intermediárias puderam ser identificadas, uma mais próxima ao extremo do acesso ("quase central" e outra mais próxima à privação ("quase periférica". As variáveis discriminantes estavam relacionadas ao trabalho, à migração, escolaridade, fecundidade, posição do jovem no domicílio, presença de cônjuge ou companheiro, condição de moradia e posse de bens. CONCLUSÕES: As diferenças entre os grupos sociais expressaram desigualdades importantes entre os jovens que vivem, estudam e/ou trabalham na cidade, o que contribuirá para o planejamento de políticas sociais públicas dirigidas a esses grupos.OBJETIVO: Analizar las desigualdades sociales de jóvenes moradores en área urbana por el mapeo de datos sociodemográficos y económicos. MÉTODOS: Utilizándose datos del Censo Demográfico 2000, 57 variables sociodemográficas y económicas de jóvenes de 15 a 24 años del municipio de Santo André, Sureste de Brasil, fueron

  15. São Paulo: cidade da intolerância, ou o urbanismo "à Brasileira"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Sette Whitaker Ferreira

    2011-04-01

    Full Text Available Ao observar a cidade de São Paulo, é fácil perceber que ela vive verdadeiro colapso. Impera uma dramática desigualdade, que faz que ao menos um terço de sua população viva em condições indignas. Ao mesmo tempo, sua pujança econômica alavanca um ininterrupto crescimento que, paradoxalmente, aprofunda seus problemas: poluição, enchentes, insegurança, transportes precários, congestionamentos são algumas das mazelas que hoje caracterizam a cidade. Quais as causas dessa tragédia urbana? Elas se encontram na lógica do Estado patrimonialista, de uma sociedade que nunca conseguiu vencer sua herança escravocrata, e de uma ordem estamental que consolida permanentemente a modernização conservadora. E qual é o caminho para sua solução? Ele está na necessidade de uma radical mudança na lógica de funcionamento da cidade, nas dinâmicas de funcionamento do Estado patrimonialista, que dependem, por sua vez, de profundas e necessárias mudanças individuais.While observing the city of Sao Paulo, it is easy to perceive that it has come to a real collapse. A dramatic inequality dominates, what makes that, at least, the third part of its population live in shameful conditions. At the same time, its economic power leverages an uninterrupted growth that paradoxically deepens its problems: pollution, floods, insecurity, precarious public transportation, and traffic jams are some of the "wounds" that characterize this city. What are the causes of this urban tragedy? They rely on the logic of the Patrimonialistic State, on a society that has never managed to overcome its slavery heritage, and on a state order that permanently consolidates the conservative modernization. And what could be the path to its solution? It demands a radical change in the logic of the city functioning, in the dynamics of the Patrimonialistic State which, in its turn, depends on profound and necessary individual changes.

  16. Evolução das desigualdades socioeconômicas na mortalidade infantil no Brasil, 1993-2008 Evolution of socioeconomic inequalities in infant and child mortality in Brazil, 1993-20

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Posenato Garcia

    2011-09-01

    Full Text Available No Brasil, a mortalidade infantil e na infância apresentam tendência decrescente. Poucos estudos investigaram a evolução temporal das desigualdades socioeconômicas nesses óbitos, no nível individual. O objetivo foi investigar a evolução temporal da magnitude das desigualdades na mortalidade infantil e na infância, segundo a escolaridade materna e a renda domiciliar per capita, no período 1993-2008, no Brasil. Foram utilizados microdados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNAD. A medida de desigualdade empregada foi o índice de concentração (IC, calculado para os óbitos infantis e na infância, segundo escolaridade materna e renda domiciliar per capita. No período de 1993 a 2008, houve redução das desigualdades na mortalidade infantil e na infância, no nível individual, segundo a escolaridade materna e a renda domiciliar per capita. Em 2008, a concentração dos óbitos na infância entre crianças cujas mães tinham menor escolaridade era maior do que a concentração dos óbitos infantis. Os IC segundo a renda apresentaram maior variabilidade, mas também demonstraram menor concentração dos óbitos ao final do período. A medição das desigualdades em saúde é importante para o acompanhamento da situação de saúde da população.In Brazil, infant and child mortality reveal a downward trend. Few studies have investigated the temporal trends in the inequalities of these deaths, at individual level, according to socio-economic status. The scope of this article was to investigate the temporal trends of the magnitude of inequalities in infant and child mortality, between groups defined by maternal education and household income per capita in the 1993-2008 period in Brazil. Microdata from the National Household Sample Survey were used. The inequality measure was the concentration index (CI. It was calculated for infant and child deaths, according to maternal education and household income per capita. During

  17. Desigualdade estrutural discreta de membros inferiores é suficiente para causar alteração cinética na marcha de corredores? Is structural and mild leg length discrepancy enough to cause a kinetic change in runners' gait?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Sonsino Pereira

    2008-01-01

    Full Text Available Desigualdade de membros inferiores (DMI está presente em cerca de 70% da população geral, podendo ser do tipo estrutural onde existe diferença no comprimento de estruturas ósseas, ou funcional, como resultado de alterações mecânicas dos membros inferiores. A desigualdade pode ainda ser classificada quanto a sua magnitude, sendo discreta, moderada, ou grave. As desigualdades discretas têm sido associadas especificamente à fratura por estresse, dor lombar e osteoartrite, e quando uma desigualdade está presente em indivíduos cuja sobrecarga mecânica é acentuada pela sua prática profissional, diária ou recreativa, estas alterações ortopédicas podem se manifestar precoce e gravemente. O objetivo deste estudo foi analisar e comparar a força reação do solo (FRS durante a marcha de corredores com e sem DMI discreta. Os resultados mostraram que os sujeitos com desigualdades de 0,5 a 2,0 cm apresentaram no membro menor maiores valores da força vertical mínima (0,57 ± 0,07 PC em relação ao membro maior (0,56 ± 0,08 PC. Logo, sujeitos com DMI discreta adotam mecanismos compensatórios capazes de gerar sobrecarga adicional ao sistema musculoesquelético para promover uma marcha simétrica como demonstrado pelos valores do Índice de Simetria Absoluto das variáveis da FRS vertical e horizontal.Leg length discrepancy (LLD affects about 70% of the general population, and can be either structural - when the difference occurs in bone structures - or functional, because of mechanical changes at the lower limbs. The discrepancy can be also classified by its magnitude into mild, intermediate, or severe. Mild LLD has been particularly associated with stress fracture, low back pain and osteoarthritis, and when the discrepancy occurs in subjects whose mechanical loads are increased by their professional, daily or recreational activities, these orthopaedic changes may appear early and severely. The aim of this study was to analyze and

  18. Gerenciamento da transferência internacional de tecnologia: estudo de caso na indústria têxtil brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Cezar Lucato

    2015-03-01

    Full Text Available A indústria têxtil brasileira tem enfrentado forte competição por parte de produtos importados a baixos preços da China e de outros países do Extremo Oriente. Para que possam manter a sua habilidade de competir no mercado local, as empresas têxteis brasileiras têm procurado adotar uma estratégia defensiva por meio da busca da diferenciação em seus produtos. Isso vem sendo obtido por meio do desenvolvimento de novos produtos de maior qualidade e de menor custo como decorrência da utilização de novas tecnologias em equipamentos de fabricação. De maneira geral, essas novas tecnologias têm sido transferidas para as empresas brasileiras por fabricantes internacionais de equipamentos têxteis. Assim, este artigo objetiva contribuir para aumentar a competitividade das indústrias têxteis brasileiras para enfrentar as difíceis condições atuais do mercado local por meio da adição de conhecimentos teóricos e de direcionamentos práticos que permitam a elas incrementar a efetividade de seus processos de transferência de tecnologia (TT. Para essa finalidade, realizou-se uma avaliação exploratória de quatro empresas produtoras de tecidos, nas quais tais projetos internacionais de TT tenham sido recentemente efetivados, utilizando-se como framework o modelo Stage-gate de transferência de tecnologia proposto por Jagoda, Maheshwari e Lonseth (2010. Como resultado dessa análise, foi possível identificar similaridades e dissimilaridades entre as práticas de transferência de tecnologia empregadas pelas quatro empresas avaliadas, bem como demonstrar que a utilização de um processo de TT, usando como referencial um modelo Stage-gate, poderia ser empregado para implementar melhorias significativas nas práticas de TT das empresas têxteis brasileiras e, com isso, auxiliá-las no seu árduo esforço para competir eficazmente contra as importações de baixo custo.

  19. Gasto en salud, la desigualdad en el ingreso y el índice de marginación en el sistema de salud de México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Pinzón Florez

    2014-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Se evalúa el efecto de la relación entre el gasto público en salud, la desigualdad en el ingreso y el índice de marginación sobre la mortalidad materna e infantil en México, con el propósito de determinar el efecto de estos factores sobre el desempeño del sistema de salud, desde una perspectiva de eficiencia técnica. MÉTODOS: Se realizó un estudio ecológico de 32 entidades federativas mexicanas. Se estimaron las correlaciones entre la mortalidad materna y la mortalidad infantil, y el gasto público en salud per cápita total, per cápita federal y per cápita estatal correspondientes a los años 2000, 2005 y 2010 (coeficiente de Gini e índice de marginación. Se utilizaron regresiones lineales para explorar la asociación de dichas variables con los indicadores de salud en los sistemas de los estados. RESULTADOS: Se observaron correlaciones negativas para el índice de marginación y el coeficiente de Gini en relación a la esperanza de vida al nacer (-0,62 y -0,28 respectivamente. Asimismo, se registró una correlación positiva de 0,59 entre el índice de marginación y mortalidad infantil (P < 0,05. Los modelos de regresión lineal múltiple revelan un efecto negativo del índice de marginación y el coeficiente de Gini sobre los resultados en salud. El financiamiento por parte del ente federal tuvo un efecto positivo en el desempeño del sistema en términos de indicadores de salud. CONCLUSIONES: El proceso de reforma del sistema de salud de México ha tenido un impacto positivo en los indicadores sanitarios del país; la inversión financiera por parte del ente federal pareciera ser efectiva en este aspecto. Los determinantes sociales tienen un efecto importante sobre el desempeño de los sistemas de salud, y su abordaje requiere de análisis con enfoques multisectoriales y multidisciplinares.

  20. Desigualdades territoriales en España e Italia : nuevas evidencias a partir de la evaluación PISA-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luisa Donato

    2012-01-01

    Full Text Available El artículo investiga los factores de desarrollo territorial y de gestión del sistema educativo que explican las desigualdades educativas de los estudiantes entre las regiones italianas y entre las comunidades autónomas españolas. A partir de la base de datos OCDE PISA 2009 y de la imputación de indicadores agregados a nivel regional, se han elaborado modelos de regresión multinivel para estimar los efectos. Los resultados muestran como ambos países comparten un patrón similar en términos de diferenciación territorial en materia de eficacia educativa. No obstante, las diferencias se explican por motivos distintos. Mientras que en Italia las regiones que más riqueza agregada tienen son las que obtienen mejores resultados, en España el margen para gestionar regionalmente las competencias permite a algunas comunidades con un menor nivel de riqueza focalizar sus políticas para compensar los desajustes debidos a la composición socioeconómica del territorio. Entre otros factores, cabe destacar la importancia de la inversión pública en educación y de los niveles de segregación social de los centros educativos como factores que explican las diferencias territorialesThis paper investigates regional factors of economic development and education system management, which explain educational inequalities between Italian regions, and between Spanish autonomous communities. Using the OECD PISA 2009 database and imputed regional indicators, multilevel regression models have been developed to estimate the effects. Results show that both countries share a similar pattern of territorial differentiation on educational effectiveness. Yet, differences are explained by different reasons. While in Italy wealthiest regions perform better, in Spain the margin given to regions to manage local education system enables certain communities with lower levels of wealth to compensate for mismatches due to socioeconomic composition of the region. Among others

  1. DESIGUALDADES SOCIOECONÓMICAS INTER E INTRARREGIONALES Y POLÍTICAS PÚBLICAS EN EL SECTOR AGROPECUARIO EN NAYARIT, MÉXICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hernández Cruz DA

    2013-07-01

    Full Text Available En el marco de los nuevos paradigmas económicos, la implementación de políticas públicas que favorecen la apertura comercial y la transnacionalización de las economías han venido a reconfigurar el espacio y el territorio, creando grandes distinciones entre crecimiento y desarrollo en todo el mundo. México no ha sido la excepción, las políticas neoliberales han profundizado brechas tan grandes, que en el corto periodo no parecen cambiar su rumbo. Para el caso nayarita, el cual durante mucho tiempo fue considerado el granero del país por su vocación agrícola, hoy se ve sumergido en la terciarización, sobre todo, en el desarrollo turístico de sol y playa en la parte sur del Estado. Con amplias extensiones de playa, el gobierno estatal trata de atraer grandes inversiones para su desarrollo. En la presente investigación se analizan las desigualdades intra e interregionales mediante indicadores de pobreza y pobreza extrema, inversión extranjera directa y apoyos directos del Estado en infraestructura, fundamentando el Índice de Gini como principal indicador para los resultados analizados. El argumento central de este trabajo consiste en que la apuesta por el desarrollo regional en Nayarit queda sólo en el papel y en los buenos deseos de sus gobernantes ya que la dinámica del desarrollo en nuestros días se enfoca particularmente al subsector turístico. En ese sentido, la región Costa-Sur del estado es la que más se ha favorecido con inversiones públicas en infraestructura para crear las condiciones necesarias a los megadesarrollos turísticos para su establecimiento, mientras que al resto de las regiones las han dejado a su suerte para su crecimiento y desarrollo, principalmente el que se refiere al sector agropecuario.

  2. Salud auto-referida y desigualdades sociales, ciudad de Buenos Aires, Argentina, 2005 Self-rated health and social inequalities, Buenos Aires, Argentina, 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Alazraqui

    2009-09-01

    Full Text Available La salud auto-referida es un indicador de calidad de vida. ¿Cuál es el impacto de las características socioeconómicas a nivel individual y a nivel de la vecindad, consideradas simultáneamente, en el estado de salud auto-referida a nivel individual? Diseño de análisis multinivel con dos niveles: individual y vecindad. Las fuentes de información fueron: Encuesta Nacional de Factores de Riesgo (muestreo probabilístico multietápico y Censo Poblacional. La regresión lineal muestra que mayores niveles de educación, de ingresos y de categoría laboral se relacionan con mejor salud auto-referida; y el aumento de la edad con peor salud. En el análisis multinivel, a medida que la proporción de individuos con educación inferior aumentaba en la fracción censal, aumentaba también la proporción de individuos con peor salud auto-referida. Mejorar la salud general de la población requerirá estrategias y acciones que disminuyan los niveles de desigualdad social en sus múltiples dimensiones, individual y de vecindad.Self-rated health is a quality-of-life indicator. This study investigates the impact of individual-level and neighborhood-level socioeconomic characteristics, considered simultaneously, on the state of self-rated health at the individual level in Buenos Aires, Argentina. The study employs a two-level (individual and neighborhood multilevel analysis, and the data sources were the 2005 Argentina National Risk Factor Survey (multistage probabilistic sample and the 2001 Population Census. Linear regression shows that higher schooling and income, as well as occupational category, are related to better self-rated health, and increasing age with worse health. In the multilevel analysis, an increase in the proportion (per census tract of individuals with less schooling was associated with an increase in the proportion of individuals with worse self-rated health. Improving the general health of the population requires strategies and action

  3. Liberalismo à moda brasileira: o velho problema do capitalismo politicamente orientado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenio Luiz Streck

    2016-10-01

    Full Text Available O trabalho procura atacar os efeitos do Estado patrimonialista sobre a sociedade civil, ao destacar os prejuízos que este modelo de dominação tradicional causa numa sociedade democrática. É um modelo que não consegue distinguir muito bem a esfera pública da esfera privada, comprometendo o funcionamento de uma República, já que os negócios privados se apoiam excessivamente em “parcerias” com Estado. Enfrentar o patrimonialismo é fazer com que o liberalismo brasileiro tenha outro caráter, mais coerente com a democracia, com o constitucionalismo e com o livre desenvolvimento da sociedade civil. Estas questões serão abordadas neste artigo, com o intuito de realizar uma reflexão sobre o funcionamento do Estado brasileiro; a recepção que este fez do liberalismo; e as possibilidades de se instituir um regime republicano em terras brasileiras.

  4. Evidências adicionais de validade da UWES-9 em amostras brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Ferreira

    Full Text Available Resumo O engajamento no trabalho consiste em um estado motivacional positivo manifesto em sentimentos de vigor, absorção e dedicação ao trabalho. Para avaliá-lo, foi desenvolvida a Escala de Engajamento no Trabalho de Utrecht. O presente trabalho reuniu evidências de validade da versão reduzida da escala (UWES-9 por meio de análises de estrutura interna, de invariância por gênero e setor de trabalho (público ou privado, e de relações com variáveis externas. A amostra foi composta por 2.897 trabalhadores de ambos os sexos (57,3% do sexo feminino, com média de idade de 32,8. Os modelos indicaram que a estrutura unidimensional obteve melhor ajuste e que os parâmetros dos itens não foram significativamente enviesados pelo sexo, setor e tempo de trabalho. A escala apresentou correlações positivas fortes com sentimentos positivos associados ao trabalho. As propriedades psicométricas do instrumento recomendam seu uso futuro em investigações destinadas a avaliar o engajamento no trabalho em amostras brasileiras.

  5. Primeira experiência interativa no esporte das emissoras brasileiras no SBTVD-T

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Zuardi Ushinohama

    2012-08-01

    Full Text Available Em junho de 2006, o Presidente da República do Brasil assinou o Decreto Nº 5.820 que dispunha sobre as diretrizes para implantação do sistema de transmissão digital de radiodifusão de imagem e som, ou seja, o novo sistema de televisão aberta, agora digital. Neste decreto, o governo relacionou também quais as possibilidades do sistema, apontando a interatividade como um dos recursos a ser desenvolvido pelo meio televisivo. O objetivo deste trabalho é, portanto, descrever e analisar tecnologicamente o primeiro programa televisivo, a Copa do Mundo de 2010, que disponibilizou a interatividade para a população brasileira utilizando o Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre, SBTVD-T, a fim de verificar as possibilidades interativas utilizadas pelo emissor a partir da configuração técnica dos equipamentos envolvidos na transmissão do novo sinal.

  6. Agropecuária brasileira: desempenho regional e determinantes de produtividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Felema

    2013-09-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo medir a produtividade líquida do trabalho e da terra no Brasil, em seus estados e municípios, e identificar os fatores que exercem influência sobre estas produtividades, com base nos dados do Censo Agropecuário de 2006, do IBGE. Tais produtividades podem ser não uniformes na agropecuária brasileira, dado que apresentam comportamentos diferentes à estrutura produtiva e às características intrínsecas a cada região. Utilizaram-se modelos de regressão linear múltipla para identificar a influência de fatores de produção no desempenho da agropecuária do País. Como resultado, observou-se que os melhores índices quanto à produtividade do trabalho e da terra estão localizados principalmente nas regiões Sul e Sudeste, havendo concentração dos mais altos valores em apenas alguns municípios do País. Por fim, a análise geral das estimativas demonstrou que as variáveis "insumos agropecuários" e "mecanização" apresentaram participação positiva na agropecuária da maioria dos estados brasileiros.

  7. Aborto entre alunas e funcionárias de uma universidade brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hardy Ellen

    1993-01-01

    Full Text Available No Brasil existem poucas informações sobre o aborto provocado e suas características na população. A dificuldade em se obter dados confiáveis deve-se: à sua ilegalidade, e também ao fato de que a maioria dos estudos é realizada em hospitais. Assim, em 1990, foi realizada pesquisa entre alunas da graduação e funcionárias de uma universidade brasileira. Os dados foram obtidos por meio de questionário, auto-respondido, para devolução por correio, anonimamente. Os resultados apresentados referem-se à freqüência do aborto provocado nesta população. Encontrou-se que quatro vezes menos alunas do que funcionárias tinham engravidado alguma vez (15% e 65%; 9% das alunas e 14% das funcionárias tiveram aborto provocado. Entre as mulheres que engravidaram alguma vez, as alunas tiveram mais aborto provocado do que as funcionárias (59% e 20%. Quando controladas por grupo etário as diferenças entre as alunas e funcionárias mantiveram-se. Entretanto, entre as alunas, o aborto provocado foi mais freqüente entre as mais jovens.

  8. Professoras trans brasileiras em seu processo de escolarização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neil Franco

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo contextualiza os caminhos percorridos e os obstáculos enfrentados por professoras trans brasileiras durante seu processo de escolarização e inserção na docência. Seus relatos, analisados à luz das teorias pós-críticas, sobretudo a teoria queer, elucidaram suas vidas escolares emaranhadas por processos de resistências e enfrentamentos constantes desde a educação básica, passando pela educação superior e mantendo-se na atuação docente. Nesse sentido, o discurso dessas professoras possibilitou a emersão de “sinais de fissuras na heteronormatividade”, confirmando que, apesar de seu papel hegemônico como reprodutora e mantenedora das normas de gênero e de sexualidades, a escola é num dos espaços possíveis para a efetivação do direito de constituir-se como humano.

  9. Uma década de economia brasileira: 1964-1974

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martus Antonio Rodrigues Tavares

    1982-11-01

    Full Text Available Analysis of the Brazilian economy in the decade 1964-1974, divided in two parts. In the first part, the ideas that permeated the institutional reforms established in the period wich extends from '64 to '67 and accosts the era of "reformist imagination" are confronted and analyzed. In the second, the period from '68 to '74, called the "Brazilian miracle", and about which there is much literature, is rapidly analyzed. Attempt to critically interpret the model of development in operation since the second half of the decade of the '50s.Análise da economia brasileira na década de 1964-1974. Esse período foi dividido em duas partes. Na primeira parte, aborda-se o período chamado de "imaginação reformista", que vai de 64 a 67, e analisam-se as idéias que permearam as reformas institucionais estabelecidas nesses anos. Na segunda parte, analisa-se rapidamente o período chamado de "milagre brasileiro", de 68 a 74, sobre o qual existe vasta literatura. Tentativa de interpretação critica do modelo de desenvolvimento implantado a partir da segunda metade da década de 50.

  10. As bibliotecas brasileiras em 2018: resultados da técnica de delfos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maira Murrieta Costa

    Full Text Available Apresenta os principais resultados de um estudo delphi, realizado com especialistas em bibliotecas, envolvidos no oferecimento de produtos e serviços de informação. Foram avaliadas as opiniões desses especialistas quanto ao futuro das bibliotecas brasileiras em 2018. Um sistema desenvolvido em ambiente web serviu como suporte para quatro rodadas da pesquisa, que recebeu contribuições de 16 especialistas (primeira rodada e de 14 respondentes nas três rodadas seguintes. Os resultados obtidos são apresentados em três categorias: consenso, tendência de consenso e sem consenso. Os dados revelam o impacto das tecnologias de informação e comunicação no acesso à informação, obrigando as bibliotecas a repensarem a oferta de serviços e produtos em ambientes digitais, utilizando novas tecnologias, como as colaborativas da web 2.0 e as novas formas de acesso à rede, como os tablets e smartphones. Em 2018, o atendimento remoto estará consolidado e, consequentemente, o atendimento presencial será reduzido, mas continuará sendo oferecido pelo bibliotecário.

  11. RELAÇÃO DA FOLGA ORGANIZACIONAL COM MEDIDAS DE DESEMPENHO DE EMPRESAS BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilse Maria Beuren

    2015-07-01

    Full Text Available O estudo objetiva identificar a relação da folga organizacional (potencial, inabsorvida e absorvida com medidas de desempenho (ROA, ROE e ROI em empresas brasileiras. A pesquisa descritiva com abordagem quantitativa foi realizada utilizando dados financeiros disponíveis na base de dados Economática@. A população da pesquisa compreendeu as 500 Maiores e Melhores empresas de 2010 segundo a Revista Exame; e a amostra as 119 listadas na BM&FBovespa. Os resultados mostram que as empresas apresentaram folga organizacional, na ordem folga potencial, absorvida e inabsorvida. Os modelos de análise indicaram relação significativa entre as variáveis ROA, ROE, ROI e as variáveis folga potencial, absorvida, inabsorvida. No entanto, a folga potencial, analisada pelos indicadores ROE e ROI, apresentou sinal negativo, logo, quanto maior a folga, menor o respectivo índice de desempenho. Observou-se ainda uma tendência da folga potencial ser inversa ao desempenho da empresa, com exceção do índice de desempenho ROI, que não apresentou significância.

  12. Apontamentos epistemológicos a propósito da crise brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cremilda Celeste de Araújo Medina

    2018-04-01

    Full Text Available Tendo em vista a compreensão do Jornalismo entre as narrativas da contemporaneidade, imerso em um conjunto de limitações epistemológicas - paradigmas vencidos, observação carente de experiências presenciais e análises precipitadas ou provenientes de reducionismos mentais -, este artigo busca, a partir de uma leitura integral dos periódicos Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo, no primeiro semestre de 2017, encontrar a manifestação de uma voz autoral que assine a voz coletiva no que tange a crise brasileira. Percebe-se, nesta leitura cultural, que é no Jornalismo de opinião que a imaginação criadora perante o caos alimenta quebras da razão analítica aprisionada pela esfera conceitual dada. O toque ensaístico se manifesta contrário, reticente, pluralista perante as afirmações/certezas estabelecidas. Conclui-se com uma proposta: o estímulo à reportagem-ensaio. Nela, o repórter que ousa a observação-experiência ensaia a compreensão sutil inspirada na responsabilidade ética, na qualificação técnica e na criatividade estética, permitindo romper com os reducionismos vigentes.

  13. JAZZ, MÚSICA BRASILEIRA E FRICÇÃO DE MUSICALIDADES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acácio Tadeu de Camargo Piedade

    2005-12-01

    Full Text Available Este artigo resulta de minhas pesquisas sobre a música popular brasileira instrumental, ou jazz brasileiro, conhecido no Brasil pelo rótulo “música instrumental”. Para tratar deste tema, apresento uma reflexão sobre questões como imperialismo cultural, identidade nacional, globalização, regionalismo e musicalidade. Tenho pesquisado o tema baseando-me no discurso nativo e na análise de peças musicais, principalmente no âmbito das improvisações, e apresento aqui algumas características sócio-culturais da “música instrumental”, em especial no seu contraste com o jazz norte-americano. Procuro mostrar como, no interior do jazz brasileiro, constantemente emerge uma dialética do interno e do externo que tem implicações fundas, particularmente através de tópicos musicais nos temas e improvisações. Chamei de fricção de musicalidades esta marca do tenso diálogo da música instrumental, característica fundante deste gênero.

  14. JK E A REINVENÇÃO DO COTIDIANO NAS NARRATIVAS JORNALÍSTICAS BRASILEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato de Almeida Vieira e Silva

    2014-03-01

    Full Text Available Qual a importância dos discursos para a construção da imagem presidencial nas narrativas jornalísticas, num determinado contexto histórico, sendo essa construção de sentidos capaz inclusive de ressignificar o cotidiano de um país , ativar o imaginário e transcender àquele período de governo tornando-se mitológica até para os presidentes que vieram em sucessão? Esse trabalho se propõe a analisar essas hipóteses de produção simbólica e de sentidos encontradas nos discursos do presidente JK, publicados em algumas das principais revistas brasileiras entre 1956 e 1960, representadas por O Cruzeiro e Manchete, contemporizando com algumas citações veiculadas nas revistas Época, Veja e Isto É, em fases mais recentes. Para esse intento serão utilizados conceitos de autores como Bourdieu, Barthes, Orlandi, Heller, Motta, Eliade e Girardet.

  15. ETNOGRAFIA DA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA – ESTUDOS DE CASO DA IMPRENSA BRASILEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Travancas

    2010-12-01

    Full Text Available O objetivo neste artigo é discutir a produção da notícia a partir deetnografias realizadas nas redações brasileiras. Os jornalistas têmrotinas próprias determinadas pelo processo de apuração, redaçãoe divulgação das informações. Pensar em como se constrói a notícia e quais são seus critérios, parece uma discussão importante num momento de profundas transformações no jornalismo. Neste texto analisam-se um grande jornal impresso – O Globo - e o telejornal Jornal Nacional, visando perceber as semelhanças entre as práticas profissionais dessas duas mídias, assim como as diferenças entre elas. A televisão tem uma estrutura e um funcionamento muito próprio, com um ritmo ainda mais intenso do que os jornais e uma relação intrínseca com a imagem.

  16. Impactos Ocasionados pela Internacionalização em Empresas Brasileiras: Um Estudo de Caso Múltiplo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Wanyza Santos Denberg

    2011-12-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi estudar o impacto da internacionalização sobre o sistema de controle gerencial em duas empresas brasileiras: a Lupatech S/A e a Di Solle Cutelaria. O quadro de referencial teórico utilizou a abordagem comportamental do controle gerencial, o ciclo de vida, a teoria institucional e o processo de internacionalização, assim como pesquisas sobre o tema, realizadas no Estado do Rio de Janeiro. A metodologia utilizada foi estudo de caso múltiplo por meio de pesquisa exploratória-descritiva. A coleta de dados utilizou entrevistas estruturadas aplicadas ao Controller, ao gerente de exportação e ao gerente comercial. As entrevistas foram realizadas no mês de janeiro de 2010. Foram coletados dados primários e secundários. Os resultados obtidos indicaram que a internacionalização implicou em mudanças importantes nos sistemas de controle gerencial das empresas, em consonância com diversos aspectos encontrados na literatura, assim como introduziu aperfeiçoamentos relevantes na administração das empresas no mercado doméstico.

  17. Diálogo em Preto e Branco: A Experiência Moderna na Fotografia Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Eduardo Leite

    2012-11-01

    Full Text Available No início do século XX, o campo das artes vive uma saudável reconfiguração e, nas artes brasileiras, a Semana de Arte Moderna, em 1922, evidencia a necessidade de absorção de novos valores estéticos, porém estas reformulações deveriam torná-las autenticamente nacionais. A fotografia não fez parte da semana, e, sua ausência é um indicativo de certo distanciamento que ela teve durante sua evolução dentro do campo das artes. Mais tarde, porém, com o advento dos fotoclubes, ela pode se inserir em tal contexto, conectando-se com a ideia de modernidade. Este artigo pretende apresentar os primeiros passos daquilo que podemos chamar de fotografia moderna, e para tanto, apresentaremos dois dos seus principais nomes, Thomaz Farkas e José Oiticica Filho.

  18. Quantidade e qualidade de produtos alimentícios anunciados na televisão brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almeida Sebastião de Sousa

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivou-se analisar a quantidade e a qualidade de produtos alimentícios veiculados por três redes principais de canal aberto da televisão brasileira em três períodos do dia. Os produtos alimentícios, quando comparados a outros produtos, foram os mais freqüentemente veiculados, independentemente do horário ou do dia de gravação. A análise da qualidade dos alimentos veiculados mostra que a televisão promove, predominantemente, produtos com altos teores de gordura e/ou açúcar e sal. Conclui-se que a predominância de produtos com altos teores de gorduras e/ou açúcar pode estar contribuindo para uma mudança nos hábitos alimentares de crianças e jovens e agravando o problema da obesidade na população.

  19. Uma análise da ciclicidade da política fiscal brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Ricardo de Brito Gadelha

    2013-12-01

    Full Text Available Uma vasta literatura teórica e empírica afirma que a política fiscal nos países em desenvolvimento é pró-cíclica, enquanto que em nações industrializadas a política fiscal é anticíclica ou acíclica. Utilizando dados mensais, macroeconômicos e fiscais, abrangendo o período de março de 2002 a julho de 2011, os resultados obtidos a partir de estimações GMM, em modelos estáticos e dinâmicos, indicam comportamento pró-cíclico da política fiscal brasileira, onde as teorias sobre variabilidade da base tributária, corrupção e economia informal contribuem para explicar esse comportamento. Todavia, a teoria sobre restrição ao crédito internacional não encontra respaldo empírico no período analisado.

  20. Influência de processos locais e regionais nas assembléias de peixes em reservatórios do Estado do Paraná, Brasil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i1.2087 Influence of local and regional processes on fish Assemblager in reservoirs of Paraná State, Brazil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i1.2087

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Antonio Agostinho

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar os principais processos (locais e/ou regionais que influenciam a composição e a estrutura das assembléias de peixes em reservatórios do Estado do Paraná. Foram amostrados seis reservatórios (Capivari, Guaricana, Alagados, Fiú, Mourão e Rio dos Patos. As coletas foram trimestrais (de julho/95 a fevereiro/97 e de março/98 a fevereiro/99, com uso de redes de espera simples e tresmalhos, de diferentes malhagens, expostas por 24 horas. Todos os exemplares foram identificados, medidos, pesados e a abundância das espécies foi expressa pela captura por unidade de esforço (CPUE, dada em número (no ind./ 1000m2 de rede* 24h. Variáveis abióticas (processos locais também foram medidas no momento de coleta. A análise de correspondência com remoção do efeito do arco (DCA e a análise de componentes principais (PCA foram utilizadas para sumarizar os dados de abundância e abióticos, respectivamente. Os escores dos eixos dessas análises foram utilizados para avaliar a relação entre os fatores abióticos (locais e regionais e a estrutura das assembléias de peixes. Os processos regionais parecem ser os principais responsáveis pela composição e, conseqüentemente, pela estrutura das assembléias de peixes nos reservatóriosThe aim of this study was to identify the main processes (local and/or regional that influence in the composition and structure of fish assemblages in reservoirs located in the state of Paraná. Six reservoirs were sampled (Capivari, Guaricana, Alagados, Fiú, Mourão and Rio dos Patos. The samples were quarterly taken from July/95 to February/97 and March/98 to February/99 using gillnets and trammel nets of different mesh sizes set for 24 hours. The abundance was indexed by the catch per effort in number (No. ind./ 1000m2 net* 24 hs. All fishes collected were identified, measured and weighted. Some abiotic variables (local process were measured during the samples. The detrended