WorldWideScience

Sample records for desencantamento da modernidade

  1. Múltiplas modernidades ou variedade da modernidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Volker H. Schmidt

    2007-06-01

    Full Text Available O artigo apresenta uma avaliação crítica do conceito de "múltiplas modernidades" que ganhou terreno na Sociologia na década de 1990. Ele rejeita essa noção como tanto conceitualmente equivocada quanto empiricamente infundada e propõe um conceito alternativo - de "variedades da modernidade" -, que se acredita resolver mais facilmente as questões substantivas do conceito anterior, ao mesmo tempo em que permite que se fale de "modernidade" no singular. A principal fonte de inspiração para esse conceito alternativo são as variedades do paradigma capitalista que guia a literatura da Nova Economia Política; uma de suas vantagens em relação ao paradigma das múltiplas modernidades é o foco nas instituições, muito mais que nas vagas e pouco explicativas noções de "cultura" e "diferença cultural". Entretanto, a abordagem de variedades da modernidade que siga essa via tem que ser muito mais ampla e compreensiva e deve, portanto, ser mais difícil de desenvolver e de aplicar que o paradigma de variedades do capitalismo. Mas mesmo que em última instância ela prove-se impraticável, a mera consideração de seus pré-requisitos metodológicos ainda promete fornecer valiosas sugestões para os pesquisadores da modernidade.

  2. Antropologia e esoterismo: dois contradiscursos da modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Jorge de Carvalho

    1998-06-01

    Full Text Available Resumo Este ensaio visa analisar as complexas relações entre duas visões de mundo que se desenvolveram no mundo ocidental a partir da segunda metade do século vinte: o esoterismo e a Antropologia entendida como disciplina acadêmica. Procuro mostrar que ambas correntes de pensamento são ao mesmo tempo herdeiras do projeto da modernidade e críticas do seu sistema de valores. De fato, tanto a Antropologia como as tradições esotéricas se opõem ao modelo weberiano de racionalidade, reeditado nos nossos dias por Habermas, que visa separar, como se fossem autônomas, as esferas da ciência, da arte e da moral. Três conceitos importantes do esoterismo são discutidos à luz da abordagem antropológica: tradição, iniciação e ciência sagrada, o que conduz a uma proposta de reintegração dos saberes humanos sobre a experiência religiosa em suas mais diversas manifestações etnográficas.

  3. A passagem interna da modernidade para a pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Nicolaci-da-Costa

    Full Text Available A passagem da modernidade para a pós-modernidade vem sendo intensamente estudada de uma perspectiva macro, ou social. São, no entanto, poucos os estudos que procuram compreender como está dando-se essa transição do ponto de vista micro, ou individual. Esse é o objetivo do presente trabalho. Uma análise do discurso de jovens entre 18 e 25 anos sobre o seu uso de telefones celulares deu visibilidade parcial a essa transição interna e permitiu identificar um processo de interpenetração de campos semânticos que dá concretude psicológica a algumas das principais características do mundo contemporâneo: seu imediatismo e sua fluidez.

  4. Pastoral popular urbana: da contribuição ao desencantamento e reinvenção

    OpenAIRE

    Maria Brendalí Costa

    2013-01-01

    A presente dissertação é fruto de uma pesquisa sobre a história, a proposta e a prática da Pastoral Popular Urbana PPU organizada na periferia da Diocese de Caxias do Sul-RS em 1984, mas com raízes iniciais em 1969. A pesquisa utilizada foi: bibliográfica, documental, diários de campo, pesquisa social e a experiência pessoal. Seu objetivo foi analisar as contribuições da PPU quando optou pelo mundo do trabalho e pela classe operária, no processo de industrialização e urbaniza...

  5. LITERATURA E JORNALISMO NA ESCRITURA DA MODERNIDADE LATINO-AMERICANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Eymael Garcia Scherer

    2012-01-01

    Full Text Available Traçar ou trançar considerações acerca dos distanciamentos e aproximações da poesia e da crônica é o que se propõe este ensaio, que questiona os limites entre as diferenças formas da mesma arte: a escritura. As idéias aqui expostas fazem pensar sobre a escrita da modernidade, que transmuta e perpassa os gêneros, fazendo com que as fronteiras sejam tênues. É neste contexto que as crônicas se tornaram um espaço transformador para a prosa e a poesia, impregnadas que estavam uma da outra, num movimento mútuo de absorção de técnicas textuais e poéticas. Ao desenvolver o ensaio cotejamos apontamentos teóricos com os nomes de Olavo Bilac, Ruben Darío, Leopoldo Lugones e José Martí – famosos por sua capacidade poética, por suas posições políticas, por seus textos. Múltiplos e artistas da escritura, são apenas alguns dos tantos nomes que viveram as contradições da modernidade e as transformaram em texto.

  6. Pós-modernidade: sociedade da imagem e sociedade do conhecimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fridman Luis Carlos

    1999-01-01

    Full Text Available O artigo aborda as configurações institucionais da sociedade contemporânea nas teorias da pós-modernidade. Distingue duas grandes caracterizações, a sociedade da imagem e a sociedade do conhecimento, e a delimitação das estruturas sociais nessas concepções. Observa a pertinência do debate sobre a pós-modernidade e a fertilidade das questões aí apresentadas.

  7. Reapropriação Sustentável da Natureza Como Via Possível de Reencantamento do Mundo

    OpenAIRE

    MILANEZ, P. R.

    2011-01-01

    A crise ambiental que assola a contemporaneidade é analisada no presente trabalho como uma emblemática e contundente expressão da crise da modernidade. A trajetória teórica que empreendemos no intuito de compreender a emergência dessa crise parte da noção weberiana de desencantamento do mundo, e se apóia na consideração de que ela é fruto de um modelo específico de racionalidade constituído na modernidade que, como bem aponta Leff (2005), foi fundamentada numa lógica econômica e instrumental ...

  8. REFLETINDO SOBRE AS ESPECIFICIDADES DA GEOGRAFIA NA CRISE DA MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrício A. S. Carneiro Carneiro

    2010-08-01

    Full Text Available O presente artigo discute a evolução da ciência moderna, bem como a crise desse paradigma dominante e seus efeitos sobre a geografia. Destaca ainda a necessidade da construção de um novo pensamento científico para além das fronteiras disciplinares e do método absoluto.

  9. A modernidade e a filosofia da história em Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Armani

    2008-04-01

    Full Text Available Investigamos, neste artigo, a construção da filosofia da história kantiana e como ela se relaciona com a modernidade enquanto perspectiva de tempo futuro. Nossa intenção é pensar o tempo histórico em suas dimensões passadas do passado e do futuro, evocadas por Kant.

  10. Os horizontes de Prometeu: considerações para uma crítica da modernidade

    OpenAIRE

    Plastino,Carlos Alberto

    1996-01-01

    O artigo discute inicialmente as concepções centrais do neoliberalismo e da multifacética crise de civilização, decorrentes da unilateralidade da perspectiva iluminista. Afirmando a necessidade de recuperar a perspectiva crítica, insere a consideração das políticas econômicas neoliberais e de suas conseqüências políticas, sociais e culturais na perspectiva da crise da modernidade. Considera a seguir as características centrais da cosmologia moderna, salientando o papel central do racionalismo...

  11. Ecossocialismo, romantismo e (autocrítica da modernidade em Michael Löwy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Mascaro Querido

    2008-12-01

    Full Text Available Partindo da concreticidade da crise ecológica e das transformações contemporâneas no âmbito dos processos de acumulação capitalista, o objetivo geral deste artigo é versar algumas notas preliminares a propósito da perspectiva teórica e política do assim chamado ecossocialismo, tal qual formulado em Michael Löwy. “Corrente de pensamento e de ação” cuja resposta à crise ecológica, a um só tempo romântica e socialista, constitui igualmente uma crítica às potencialidades destrutivas contidas no interior do paradigma societário e produtivo da modernidade. Neste trajeto, busca -se uma aproximação à apropriação löwiniana da obra de Walter Benjamin, especialmente de sua crítica do “progresso” moderno e das ideologias apologetas da “modernização”. Almeja -se assim antever a forma através da qual Michael Löwy e os ecossocialistas respondem às profundas transformações da (pós modernidade capitalista contemporânea, com ênfase particular sobre um argumento central projetado na obra do intelectual franco -brasileiro, qual seja: a defesa da necessidade de que o marxismo radicalize “sua crítica da modernidade, do paradigma da civilização ocidental, industrial, moderna, burguesa” (LÖWY, 2000c, p.242, argumento que o levaria, já em meados da década de 1980, a valorizar as potencialidades revolucionárias subjacentes a crítica romântica da modernidade. Por fim, indaga -se sobre a projeção ecossocialista da necessidade de superação revolucionária do paradigma civilizatório propalado pelo capitalismo moderno

  12. A psicopatologia na pós-modernidade. As alquimias no mal-estar da atualidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Birman

    Full Text Available A intenção deste estudo é a de circunscrever a especificidade da psicopatologia na pós-modernidade. Para isso, procura-se demonstrar as relações daquela com a medicina e as neurociências, assim como a sua recusa da psicanálise. Além disso, pretende-se mostrar como o interesse atual da psiquiatria nas pesquisas sobre as depressões, as toxicomanias e a síndrome do pânico pode ser interpretado a partir dos modelos de subjetividade promovidos pelo mundo pós-moderno.

  13. A REPRESENTAÇÃO DA MODERNIDADE NA POESIA DE CHARLES BAUDELAIRE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgar Roberto Kirchof

    2017-03-01

    Full Text Available O presente artigo aborda a poesia de Charles Baudelaire, a partir da maneira como o poeta representa o tema da Modernidade, em As flores do mal. Baudelaire retrata esse tema principalmente através da imagem da cida-de, bem como de objetos urbanos. O artigo divide-se em duas partes. Inici-almente, discute-se a maneira como a crítica literária tem compreendido a vinculação da poesia baudelairiana com o tema da Modernidade. Nessa se-ção, são apresentados os principais conceitos a partir dos quais é possível compreender como Baudelaire concebia as transformações sociais e históri-cas de sua época, especialmente o spleen, o erotismo e o satanismo. Na se-gunda parte, esses problemas passam a ser abordados a partir dos Quadros parisienses, em As flores do mal, analisando-se, em profundidade, o poema Paysage.

  14. A identidade da mulher na modernidade Women's identity in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josênia Antunes Vieira

    2005-01-01

    Full Text Available O artigo trata das mudanças na constituição da identidade da mulher diante das novas práticas discursivas, produto das modificações nas ordens do discurso, resultado da globalização da economia. Essas mudanças alteraram a vida e a intimidade das pessoas, modificando-lhes o modo de ser. Assim, as transformações das relações sociais trazem dificuldades para a construção identitária feminina. Para isso, o artigo discute, à luz da análise de discurso crítica, os tópicos: a construção social da identidade da mulher; o papel do sujeito; a tecnologia e a mídia como agentes fragmentadores da identidade da mulher; a espacialização no discurso feminino; o discurso do corpo na auto-realização identitária; a identidade da mulher diante das transformações da sexualidade; a construção da identidade do gênero feminino na família; a questão identitária e o ensino e, por fim, o trabalho como força estruturante da identidade feminina.This paper deals with changes in the constitution of women's identity in relation to new discourse practices. These are the result of changes in discourse orders due to economic globalization. These changes have altered people's lives and their intimacy, thus modifying their way of being. In this sense, changes in social relations have brought about difficulties in the construction of female identity. Thus, this article, based on critical discourse analysis, seeks to discuss the following issues: the social construction of women's identity; technology and the media as fragmentary agents in women's identity; spatialization in female discourse; the discourse of the body in identity self-realization; women's identity vis à vis transformations in sexuality; the construction of female identity in the family; the identity issue and education and, finally, the world of work as a structuring element in female identity.

  15. Experiência da transitoriedade: Walter Benjamin e a modernidade de Baudelaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Gatti

    2009-06-01

    Full Text Available O artigo examina a abordagem feita por Walter Benjamin da concepção de modernidade apresentada pelo poeta e crítico de arte Charles Baudelaire. Após o exame da ideia de beleza moderna nos textos de crítica de Baudelaire, são abordados os motivos da preferência de Benjamin pela apresentação da modernidade na poesia de Baudelaire, particularmente no poema alegórico "Le cygne". Por fim, o texto enfoca a relação entre a poesia moderna de Baudelaire e a concepção de experiência de Benjamin.The paper investigates the approach made by Walter Benjamin of Charles Baudelaire's conception of modernity. After examining the idea of modern beauty in Baudelaire's critical texts, the reasons of Benjamin's preference for the presentation of modernity in Baudelaire's poetry are analized, particularly, in the allegorical poem "Le cygne". At last, the paper focuses on the relation between Baudelaire's modern poetry and Benjamin's concept of experience.

  16. A ABOLIÇÃO DA MORTE NA MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Cláudio Ferreira Silva

    2011-06-01

    Full Text Available Certeza única que se tem na vida, a morte é um assunto afastado das rodas sociais, tornou-se um tabu, e procura-se, o menos possível, falar ou pensar nela. Diz-se que o maior dos sonhos dos seres humanos é viver eternamente, ou seja, banir a morte. Eliminá-la seria o maior dos feitos humanos. Contudo, algumas culturas, como a mexicana, por exemplo, cultuam a morte e tem pensamentos que diferem daqueles do senso comum moderno. Algumas sociedades ao longo do tempo também tiveram uma relaçáo mais próxima com ela: aceitaçáo. Os filósofos existencialistas, notadamente Jean-Paul Sartre e Martin Heidegger afirmam que só perante a morte é que o ser humano elucida a vida. Entretanto, imagina-se, por um instante, como a sociedade moderna reagiria com o fim da morte, e consequentemente, com a vida eterna na terra. Seria um presente divino, como a humanidade sempre sonhou ou uma catástrofe total, visto que o ser - humano perderia aquilo que lhe fazia dar valor à vida como diziam os existencialistas? Nos romances As Intermitências da Morte de José Saramago, e A Desintegraçáo da Morte de Orígenes Lessa, a morte é abolida. Como a sociedade, baseada no capitalismo, conseguiria suportar uma superpopulaçáo? Haveria lugar para todas as pessoas? Quais os problemas que tal fato causaria na sociedade? O ser humano estaria preparado para viver eternamente? Sáo questões que se propõe responder no presente trabalho.

  17. A CRISE DA MODERNIDADE: CIÊNCIA E SOCIEDADE

    OpenAIRE

    Maria Célia da Silva; Universidade Federal de Rondônia, Brasil; Elton Emanuel Brito Cavalcante; Universidade Federal de Rondônia

    2014-01-01

    Boaventura de Sousa Santos, pensador português contemporâneo, faz em “A Crítica da Razão Indolente” forte crítica ao conceito de razão instrumental. Crítico contumaz do neoliberalismo, elabora uma profunda revisão no conceito de razão, desde Kant até Milton Freedman, sem entretanto cair no discurso extremado do neomarxismo. Neste trabalho, buscar-se-á responder ao questionamento feito pelo autor citado: A c...

  18. DA SIMPLES ARQUIVÍSTICA À MODERNIDADE DIGITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo José Andriolo

    2011-10-01

    Full Text Available

    This article proposes to study the path of the archive science in the secretarial profession, making reference since the first ways to archive until the electronic ways of archiving. The main theory references used for this study were the books “Arquivo: teoria e prática”, from Paes (2002, “Secretariado: do escriba ao web writer”, from Sabino and Rocha (2004, and Paula (1995, “Como elaborar a tabela de temporalidade documental: racionalização de custos de armazenagem e administração de arquivos empresariais”, that show, beyond the basic archiving techniques, the new and modern techniques at the archives service. This study can be classified as exploratory, due to the bibliographic source of this research. From the results found, it was highlighted that a well organized archive offers agility and practicality to the secretarial professional – important conditions to support the decision process – the improvement of the layout of an office through the destination of the documents produced, is also basically relevant. With the Documents Temporality Table put on practice, it is possible to implement the Electronic Documents Management and constantly improve the archiving proccess.

    Neste trabalho se propõe estudar a trajetória da arquivística dentro da profissão de secretariado, abordando desde as primeiras formas de arquivamento até as formas de arquivamento eletrônico. Para este estudo, os principais embasamentos teóricos utilizados foram as obras: Arquivo: teoria e prática, de Paes (2002, Secretariado: do escriba ao web writer, de Sabino e Rocha (2004, e Paula (1995, Como elaborar a tabela de temporalidade documental: racionalização de custos de armazenagem e administração de arquivos empresariais, que expõem, além das técnicas básicas de arquivamento, as novas e modernas técnicas a serviço dos arquivos. O estudo pode ser classificado como exploratório, sendo que o

  19. Na Contramão da (Pós-)Modernidade: o “marxismo Romântico” de Michael Löwy

    OpenAIRE

    Fabio Mascaro Querido

    2009-01-01

    O objetivo mais geral deste artigo é apresentar a leitura crítica de Michael Löwy acerca da modernidade. Para tanto, busca-se compreender o trajeto teórico da crítica da modernidade em Michael Löwy, em sua valorização da análise weberiana da modernidade, da crítica de Walter Benjamin às ideologias do progresso e, por fim, da rejeição ecossocialista do modelo civilizatório moderno. Pretende-se, enfim, situar preliminarmente a crítica “marxista-romântica” da modernidade – efetuada por Löwy – no...

  20. Na Contramão da (Pós-Modernidade: o “marxismo Romântico” de Michael Löwy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Mascaro Querido

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo mais geral deste artigo é apresentar a leitura crítica de Michael Löwy acerca da modernidade. Para tanto, busca-se compreender o trajeto teórico da crítica da modernidade em Michael Löwy, em sua valorização da análise weberiana da modernidade, da crítica de Walter Benjamin às ideologias do progresso e, por fim, da rejeição ecossocialista do modelo civilizatório moderno. Pretende-se, enfim, situar preliminarmente a crítica “marxista-romântica” da modernidade – efetuada por Löwy – no contexto do congestionamento histórico da crença no progresso e na modernização. Parte-se da hipótese, portanto, de que a obra de Michael Löwy, especialmente seus textos dirigidos à crítica da modernidade, responde às transformações contemporâneas do capitalismo, insistindo na necessidade de uma ruptura do marxismo com o paradigma civilizatório moderno.

  1. Estado punitivo e pós‑modernidade: Um estudo metateórico da contemporaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debora Regina Pastana

    2013-06-01

    Full Text Available Este texto apresenta uma meta‑análise sobre o avanço do ‘Estado punitivo’ na contemporaneidade. Em outras palavras, versa sobre a proeminência do controle em detrimento da proteção social e das políticas dos direitos sociais. O tema central é o investimento crescente no combate ao crime pelas democracias contemporâneas, o que contribui para consolidar a figura do “Estado punitivo”. Inserido nas recentes reflexões sociológicas de Loïc Wacquant, David Garland, Nils Christie e Zygmunt Bauman, entre outros, esse tema é ainda pouco discutido pela comunidade acadêmica. O atual arranjo capitalista generaliza‑se quase que instantaneamente em todo o globo, atrelando o sucesso dos empreendimentos econômicos à nova face da política criminal. O presente artigo, portanto, tem como objetivo oferecer um enfoque alternativo às reflexões sobre o controle social, abordando o que se convencionou chamar de ‘Estado punitivo’, figura política que se ajusta às transformações econômicas, sociais e culturais já em curso nos últimos trinta anos e que, segundo alguns teóricos contemporâneos, inauguram a pós‑modernidade.

  2. Poesia brasileira pós-João Cabral: perspectivas da(s modernidade(s

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ligia Chiappini

    2014-06-01

    Full Text Available Segundo Walnice Nogueira Galvão, ao contrário da ficção, a poesia brasileira dos últimos trinta anos teria escapado aos constrangimentos da indústria cultural, logrando preservar sua liberdade e, conseqüentemente, sua qualidade. Mas há quem pense o contrário, afirmando que, depois de João Cabral de Melo Neto, o que temos é retrocesso, diluição, improvisação ou simples desabafo. O chamado país dos poetas teria agora apenas poetas incultos e de curto vôo, sobretudo no caso das gerações mais novas, dos anos 70 aos 90, salvando-se raras exceções entre os mais velhos.

  3. Discursos e representações sobre corpo feminino e beleza no contexto da pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Lopes Alves

    2013-12-01

    Full Text Available O presente texto trata dos discursos e das representações sobre o culto ao corpo feminino, junto com suas formas acessórias de embelezamento e feminilidade, sob uma perspectiva contemporânea. O contemporâneo, aqui, se insere na interseção entre o moderno-pós-moderno. O cruzamento dessa natureza, que alguns identificam como a emergência da “pós-modernidade” (Maffesoli, procura observar, dentro de uma postura fenomenológica, o ambiente societal de manifestação do corpo feminino. Neste trabalho procuramos compreender as implicações da temática corporalidade na teoria social contemporânea, tendo como problemática os discursos e as representações sobre o corpo feminino. Dito de outro modo, a questão que aqui se apresenta é: se o culto ao corpo não é uma criação da pós-modernidade, mas ao mesmo tempo a pós-modernidade lhe traz algumas implicações próprias, como a teoria social contemporânea tem explicado esse fenômeno? De que maneira têm sido interpretadas sociologicamente essas coerções estéticas que possuem a tríade magreza/juventude/beleza como objetivo final, mesmo que para isso seja necessário efetuar uma série de sacrifícios em nome da pedagogia do corpo? Palavras-chave: Corpo feminino, Gênero; Culto ao corpo; Pós-modernidade; Teoria Social.

  4. Reality shows e voyeurismo: um estudo sobre os vícios da pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nancy Greca de Oliveira Carneiro

    Full Text Available Do moderno ao pós-moderno novas formas de estabelecer relação com o outro advêm e, nesse processo, a imagem enquanto texto vai ocupando o seu lugar no discurso, falado ou escrito. O trabalho em questão visa estabelecer algumas reflexões acerca do voyeurismo, tal como apresentado por Freud na perspectiva psicanalítica clássica, enquanto um traço de singularidade na construção da sexualidade do sujeito, daquele decorrente do impacto do visual na construção da subjetividade do homem na pós-modernidade, que se apresenta na forma dos reality shows (shows da vida televisivos da atualidade. Dar destaque a esses deslocamentos e suas implicações no desejo leva-nos a estabelecer as novas formas de mal-estar no mundo contemporâneo.

  5. Modernidade e o novo lugar da Filosofia: a idéia de Reconstrução em Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clodomiro José Bannwart Júnior

    2005-07-01

    Full Text Available O artigo busca discutir a forma como Habermas relaciona a atitude moderna do pensamento filosófico com outras esferas do conhecimento, a partir da importância que ele credita aos subsídios e conhecimentos desenvolvidos pelas ciências empíricas. Esse fato aponta para a constatação de que a filosofia adquire em Habermas uma nova perspectiva de atuação como decorrência do modo de compreensão de seu conceito de modernidade.

  6. Pós-modernidade como gesto de despedida: a "crítica autorreferencial da razão" no pensamento estético Nietzschiano:

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nabil Araújo

    2013-12-01

    Full Text Available Partindo das considerações de Gianni Vattimo e de Jürgen Habermas sobre a instauração nietzschiana da pós-modernidade como uma "despedida" à modernidade ocidental e ao tipo de racionalidade a ela associada, este texto analisa o modo pelo qual uma "crítica autorreferencial da razão" (Habermas é efetivamente engendrada pelo pensamento estético nietzschiano, de modo a reconsiderar os termos pelos quais a própria "despedida" pós-moderna deve ser concebida.

  7. Vida privada e mídias sociais: impressões da pós-modernidade

    OpenAIRE

    Trindade, Liane Ferreira da

    2015-01-01

    Essa tese parte da proposição de que a pós-modernidade é a manifestação cultural própria do Capitalismo Tardio. A pesquisa preocupou-se com a publicitação da vida privada que se dá nos Feeds de notícias da rede social digital Facebook. Utilizou-se a netnografia, por ser considerado um método de construção na ação que associa técnicas de estudo à imersão do pesquisador no campo investigado. A netnografia é uma alternativa metodológica para o estudo dos encadeamentos de comunicação em ambientes...

  8. MODERNIDAD INVIABLE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Trigo

    2018-02-01

    Full Text Available RESUMEN: Ponemos el núcleo de la modernidad en el descubrimiento de la individualidad, entendido como un proceso emancipatorio respecto de las co­lectividades que pautaban su vida. Sus dos modos básicos, en pugna constante, serían desarrollar su individualidad autárquicamente o entenderse como un ser humano, autónomo y único, pero referido a la única humanidad. Parecería que se ha impuesto el individualista, objetivando su dominio en los sistemas económico y político, pretendidamente autoconstruidos y autorregulados. Siempre hubo cristianos modernos, pero debieron soportar la contradicción de la institución eclesiástica. El Vaticano II discernió que el ser humano es histórico y que al hacer la historia se hace a sí mismo; reconoció que los bienes civilizatorios propician la vida humana, pero no equivalen al desarrollo propiamente humano. Sólo éste es escatológico. La responsabilidad ante los hermanos y la historia, que se ejerce en la encarnación solidaria, es el nuevo humanismo. La superación de la modernidad se da en el paso del individuo solo o en relación, al ser humano constitutivamente relacional, que se hace persona al actuar como hijo y hermano desde su insobor­nable individualidad. ABSTRACT: We put the core of Modernity in the emerging phenomena of indi­viduality, understood as a process of emancipation from the ruling groups. Its two ways, always in tension, would be to develop an individuality autocratically or to understand the individual as a unique and autonomous human being, but only in reference to humankind. It looks like that the individualist model has imposed itself dominating the economical and political systems, supposedly self-made and self-regulated. Modern christians have always existed, but they had always to deal with the contradiction of the Church as institution. The Vatican II discerned that the human being is historical and while making history we form themselves; rec­ognized that the

  9. MODERNIDADE (INVIÁVEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Johan Konings

    2018-02-01

    Full Text Available Parece que não é mais moderno ser moderno. Para falar em termos hege­lianos, a Gestalt que se chamou de Modernidade parece estar encerrando seu ciclo histórico. Mas neste momento conserva-se e confirma-se aquilo que ela tem tornado verdadeiro e real (verwirklicht, para integrar-se numa nova Gestalt. É a boa herança da Modernidade, embora não possamos esquecer os dejetos que ela produziu, para não voltarmos a reproduzi-los. “Historia magistra vitae”.

  10. Protestantismo e modernidade no Brasil

    OpenAIRE

    Valdinei Aparecido Ferreira

    2008-01-01

    Esta tese tem por tema as relações entre protestantismo e modernidade no Brasil. O objetivo primordial é a compreensão das transformações nas relações entre o protestantismo e a modernidade no Brasil. Para alcançar o objetivo, utilizamos, no exame do tema, a sociologia compreensiva de matriz weberiana. A investigação sociológica, que reservou lugar de destaque para o protestantismo na emergência da modernidade ocidental, passou, de um lado, a interessar-se pela compreensão e explicação do dec...

  11. Teoria Crítica e Literatura: a distopia como ferramenta de análise radical da modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leomir Cardoso Hilário

    2013-10-01

    Full Text Available Este artigo procura propor que o gênero literário conhecido como distopia se configura, a partir do prisma da teoria crítica da sociedade, como ferramenta de análise radical da modernidade. Para tanto, é feita uma breve caracterização do que seria tal gênero literário a partir das noções de horizonte utópico e função distópica. A partir daí se elegem três obras distópicas para pôr a prova tal argumentação: 1984, de Orwell; Fahrenheit 451, de Bradbury; e Admirável Mundo Novo, de Huxley. Destacando algumas características destes livros, é possível lançar luz acerca de traços marcantes do nosso contemporâneo, tais quais: as formas de controle da subjetividade, a configuração hipertecnológica da atual sociedade e a dinâmica de submissão da cultura à civilização. Afirma-se, deste modo, a literatura como dispositivo a partir do qual se torna possível realizar uma crítica das forças que constituem o presente. Estas distopias são, pois, formas de resistência face aos efeitos de barbárie cada vez mais presentes no tecido social.

  12. O Big Data e os desafios da modernidade: uma regulação necessária? / Big Data and Modernity Challenges: A Required Regulation?

    OpenAIRE

    Victor Cravo

    2015-01-01

    RESUMO Propósito – Este artigo objetiva apresentar ao leitor à revolução paradigmática representada pelo Big Data, além de incentivá-lo a imaginar como o direito poderá lidar com os desafios que advirão da modernidade tecnológica. Metodologia/abordagem/design – O texto foi construído a partir de pesquisa bibliográfica destinada a explicar o fenômeno do Big Data e a problematizar, à luz da teorização de Immanuel Wallerstein sobre a modernidade, suas implicações no direito. Resultados ...

  13. Um xamã yanomami frente ao discurso filosófico-sociológico da modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leno Francisco Danner

    2018-01-01

    Full Text Available En este texto, que busca tejer un diálogo entre la literatura y la filosofía-sociología, desarrollaremos un doble argumento, basado en una discusión entre la obra La caída del cielo: palabras de un chamán yanomami, de David Kopenawa y Bruce Albert, y la teoría filosófico-sociológica de la modernidad de Jürgen Habermas: i el sello distintivo de la literatura indígena, en su género autobiográfico, consiste en la correlación fundamental entre historia personal y destino colectivo (en el nivel socio-cultural y ecológico-espiritual, dinamizada por y basada en el mito, de manera que tal correlación entre la identidad personal y el destino colectivo se ofrece como una clave de lectura epistemológica, estética, política, antropológica y ontológica para acceder al texto-praxis indígena; ii ello permite deconstruir la visión idílica que la Europa moderna tiene sobre sí misma y su comprensión caricaturesca de las culturas, las epistemologías y los hombres primitivos (no modernos, pre-modernos - porque después de la modernidad no se tendría más nada, ya ella es el vértice de la evolución humana, en términos epistemológicos y ontológicos, en la que, en primer lugar, la modernidad sería racional, generando la individulización, la crítica, la emancipación y el universalismo, debido a la separación entre historia personal y destino colectivo, y en segundo lugar, la cultura tradicional no generaría racionalización ni crítica, ni emancipación ni universalismo, al ser marcada por la imbricación entre la historia personal y el destino colectivo mediado por el mito. Por lo tanto, sostenemos que el chamanismo, mucho más que la modernización, puede ser entendido de manera efectiva como la voz de las víctimas, como la voz de las diferencias, posibilitando la perspectiva crítica y emancipadora universal, exactamente por tornar vivos, interligados y normativos todos los aspectos de nuestra existencia a partir de la

  14. Partidos Políticos: da visão dos clássicos aos desafios da (pós? modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Mendonça

    2008-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1806-5023.2008v4n2p67 A partir da constatação de que a crise da modernidade no plano político colocou em questão todo o arsenal da política moderna, este artigo examina um aspecto deste arsenal questionado: a chamada crise das organizações partidárias. Inicia por contextualizar historicamente a evolução dos partidos políticos modernos no que diz respeito ao tratamento teórico dado por Karl Marx e Max Weber acerca do que são e que funções cumprem os partidos políticos; em seguida apresenta alguns dos principais pontos da crise que desafiam a continuidade histórica desta forma organizativa. Conclui apontando os condicionamentos atuais e as distintas possibilidades de futuro tanto para o partido marxiano, como também para o partido conforme teorizado por Weber.

  15. Da Saúde Pública às Políticas Saudáveis — Saúde e Cidadania na Pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Ivo de Carvalho

    1996-01-01

    Full Text Available O artigo discute alternativas para o futuro da Saúde Pública, nos marcos do pensamento e das exigências da pós-modernidade. Apresenta os avanços sanitários alcançados na época moderna, e aborda os efeitos mórbidos da tecno-ciência. Com base nos aportes do pensamento pós-moderno, propõe uma agenda de desafios a serem enfrentados pela nova Saúde Pública. Especificamente, propõe novos aportes conceituais para lidar com as relações subjetivo-objetivo e coletivo-individual no campo sanitário. Discute, ainda, as condições e possibilidades de que a proposta de Políticas Saudáveis possa apontar para uma renovação da identidade da saúde pública.

  16. Harry Potter e o sujeito da pós-modernidade

    OpenAIRE

    Rosa, Daniela Botti da

    2008-01-01

    O presente artigo, uma reflexão crítica sobre o sujeito da contemporaneidade a partir de um de seus produtos - a literatura, especificamente a saga de Harry Potter - parte de quatro premissas básicas ligadas à teoria psicanalítica. As duas primeiras ligam-se aos estudos de Bruno Bettelheim acerca dos contos de fadas, e mostram as possibilidades de identificação do sujeito com as histórias infantis bem como a necessidade e pertinência do acesso à fantasia no mundo anímico da criança. A terceir...

  17. Harry Potter e o sujeito da pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Botti da Rosa

    Full Text Available O presente artigo, uma reflexão crítica sobre o sujeito da contemporaneidade a partir de um de seus produtos - a literatura, especificamente a saga de Harry Potter - parte de quatro premissas básicas ligadas à teoria psicanalítica. As duas primeiras ligam-se aos estudos de Bruno Bettelheim acerca dos contos de fadas, e mostram as possibilidades de identificação do sujeito com as histórias infantis bem como a necessidade e pertinência do acesso à fantasia no mundo anímico da criança. A terceira toma de empréstimo a uma analista junguiana - Marie Louise von Franz - a noção de que as histórias podem funcionar como compensação de algo que está faltando aos sujeitos ou a uma época. A quarta premissa traz a marca da releitura freudiana feita por Jacques Lacan acerca da carência paterna no mundo contemporâneo, que se manifesta - entre outras possibilidades - na dissolução de traços nítidos de demarcação entre gerações e no afrouxamento do ato educativo. Procuramos questionar, neste artigo, partindo desses pressupostos, como a saga de Harry Potter pode sustentar novos traços identitários a partir de novas condições de subjetivação.

  18. Crise da Modernidade e a Valorização dos Direitos Humanos como Desafios ao Positivismo Jurídico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loiane da Ponte Souza Prado Verbicano

    2016-06-01

    Full Text Available O artigo tem por escopo realizar uma análise da crise da modernidade e, consequentemente, do modelo jurídico sustentado na autoridade racional de dominação jurídica, capaz de garantir a previsibilidade ao Estado burocrático Moderno. Com a crise da razão moderna e o discurso de valorização dos direitos humanos, viveu-se uma reaproximação entre direito e moral e uma construção gradativa de teorias críticas e/ou renovadas do positivismo. É nesse cenário de mudanças e de abertura do direito a discursos metajurídicos que o trabalho pretende analisar as possibilidades de conciliação oferecidas pelas versões renovadas do positivismo jurídico.

  19. O Big Data e os desafios da modernidade: uma regulação necessária? / Big Data and Modernity Challenges: A Required Regulation?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Cravo

    2016-05-01

    Full Text Available RESUMO Propósito – Este artigo objetiva apresentar ao leitor à revolução paradigmática representada pelo Big Data, além de incentivá-lo a imaginar como o direito poderá lidar com os desafios que advirão da modernidade tecnológica. Metodologia/abordagem/design – O texto foi construído a partir de pesquisa bibliográfica destinada a explicar o fenômeno do Big Data e a problematizar, à luz da teorização de Immanuel Wallerstein sobre a modernidade, suas implicações no direito. Resultados – O artigo apresenta as principais características do fenômeno inovador do Big Data, com ênfase nas potenciais implicações danosas à participação democrática no processo regulatório, para, em seguida, relacioná-las com os conceitos de modernidade tecnológica e modernidade da libertação, elaborados por Immanuel Wallerstein. Implicações práticas – O artigo serve como convite ao pesquisador interessado nas repercussões da modernidade tecnológica nas instituições jurídicas que modulam e legitimam o processo regulatório, com especial enfoque no Big Data. Originalidade/relevância do texto – O estudo inova na pesquisa jurídica brasileira na medida em que auxilia na introdução, em língua portuguesa, da temática das implicações jurídicas do Big Data, cuja pesquisa, mesmo em língua inglesa, é ainda incipiente. ABSTRACT Purpose – This article introduces the reader to the paradigmatic revolution performed by Big Data, and encourages imagining how jurisprudence and the law can deal with the challenges that will result from modernity of technology. Methodology/approach/design – It was composed from bibliographic research aimed at explaining the Big Data phenomenon and challenging its implications on the law, in light of the theory of Immanuel Wallerstein on modernity. Findings – The main features of the novel phenomenon of Big Data are presented with emphasis on the potential harmful implications for democratic

  20. Nos trilhos da modernidade: os efeitos da reforma Agache na circulação pelo Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Rodrigues Junior

    2014-07-01

    Full Text Available A reforma proposta pelo arquiteto Alfred Agache na década de 1930 para o Rio de Janeiro possibilitou uma nova forma de representar a cidade. O centro da capital federal antes ocupado por comerciantes, ambulantes, mendigos e moradores, foi sendo “limpo” para se tornar um espaço privilegiado para a circulação das representações sociais capitalistas. Antes desejado, o Centro passou a ser cercado por essas representações, construindo um imaginário citadino paradoxal de atratividade e de repulsa. Neste movimento, os dois elementos fundamentais foram a circulação, feita por meio dos bondes, e as novas formas de construir, principalmente as fachadas. O objetivo é refletir a respeito da circulação de pessoas pelo Centro e da formação das representações construídas.

  1. Desencantamento do mundo e ética na ação pedagógica: reflexões a partir de Max Weber Disenchantment of the world and ethics in pedagogical action: reflections upon Max Weber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alonso Bezerra de Carvalho

    2010-08-01

    Full Text Available Este artigo, de caráter teórico, apresenta ideias do pensamento weberiano, destacando aquelas que fornecem elementos para se pensar a educação na atualidade, sobretudo a partir de sua compreensão da modernidade. Desencantamento do mundo é o conceito-chave de sua sociologia, tomado como referência para refletir sobre o significado que a ciência e o professor podem ter hoje. Autor clássico, a interpretação que Max Weber faz do mundo moderno traz às nossas reflexões temas os mais diversos, influenciando sobremaneira o pensamento e a prática da cultura contemporânea, ao se preocupar em compreender as ações e os valores humanos. Ao estudar o processo de racionalização no Ocidente, provoca discussões na área da ciência, da ética e, correlativamente, na educação, possibilitando ampliarmos nosso entendimento sobre qual o sentido, o significado e o papel que devemos cumprir em relação ao conhecimento e ao ensino. O objetivo principal da educação é proporcionar aos alunos um conteúdo que incentive a liberdade de reflexão. Para isso, é preciso que o professor adote uma ética não partidária na sala de aula, apresentando um conteúdo que não exponha a sua opinião política e, se o fizer, que tenha a honestidade de dizer que o está fazendo. Assim, é de extrema importância que o professor mantenha uma posição "neutra" para que, não só na sala de aula, mas também fora dela, o aluno possa refletir e questionar o que observa, experimenta e decide. Somente assim a conduta do professor estaria condizente com o processo de racionalização de nossa cultura.This article has a theoretical character and presents some of Weber's ideas, with emphasis on those that can supply elements to reflect on the current state of education, more particularly based on his understanding of modernity. Disenchantment of the world is the key concept in his sociology, and is taken as the basis for a reflection about the meaning that science

  2. Repensar la modernidad

    OpenAIRE

    Mary Louise Pratt

    1999-01-01

    Este ensayo reflexiona sobre la modernidad y sus otros, primero sobre uno de los múltiples otros internos de la modernidad, la mujer; y luego sobre lo que la modernidad construye como sus otros externos, notablemente los pueblos no- europeos. La óptica es histórica, pero con dos premisas que tocan el presente: 1. que la globalización no es algo que sigue a la modernidad, sino que ha sido una característica básica y estructural de ella y 2. que las formas que ...

  3. Visões da Pós-modernidade: discursos e perspectivas teóricas Visions of postmodernity: discourses and theoretical perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Adelman

    2009-06-01

    Full Text Available Se bem a Sociologia nasce como uma "narrativa sobre a modernidade" (RITA FELSKI, o mundo contemporâneo vive transformações sociais, culturais e políticas que demandam novas análises e novos olhares. O presente trabalho aborda enfoques atuais e discursos sobre a pós-modernidade na Sociologia e na teoria social contemporâneas, identificando alguns debates centrais. Entre outras coisas, percebe-se, em muitos discursos, metáforas de "degeneração" ou deterioração social associadas a noções da "contaminação do público pelo privado", ou, de forma contrária, do "privado pelo público". Existe grande preocupação em relação a uma suposta perda de laços sociais que acompanharia a desconstrução de formas padronizadas de relacionamento (BAUMAN ou a uma perda de possibilidades dialógicas, fruto da pulverização das identidades sociais e culturais (HABERMAS Perante essas perspectivas e também a visão mais "otimista" de Giddens (através de sua noção da reflexividade da "sociedade pós-tradicional" propõe-se aqui uma valorização da obra de autores como Andreas Huyssen e das teóricas feministas e teóricos pós-coloniais, que apontam para algumas tendências da pós-modernidade que, embora bastante contraditórias, permitem enxergar a construção de novos caminhos tanto teóricos quanto práticos.Although sociology was born as a "narrative about modernity" (Rita Felski, the contemporary world experiences social, cultural and political changes that require further analyses and new perspectives. This paper discusses current approaches and discourses on postmodernity within sociology and the contemporary social theory, identifying some of the key issues. Among other things, many discourses present metaphors of "degeneration" or social deterioration associated with notions such as "contamination of the public by the private" or, on the contrary, "the private by the public." There is much concern about a potential loss of social

  4. Cisões, silêncios e alguns ruídos: considerações acerca da subjetividade, cidade e modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cabral Rodrigues

    2009-08-01

    Full Text Available Partindo de uma questão sedimentada no campo da psicologia - a interação entre indivíduo e espaço - pretendemos recuar um passo e problematizar o entendimento do que seria esta própria articulação. Tradicionalmente tomada como influência mútua entre objetos estanques e bem delimitados, pretendemos mostrar, por meio da análise das articulações entre modos de subjetivação e espaços urbanos na modernidade, que nenhum dos dois existe como dados. Para tanto, apontaremos que a racionalização do espaço e a individualização da existência são tecidos na trama de relações fragmentadas, cindidas, que marcam a experiência moderna, o que os dissolve, os dessacraliza de sua a-historicidade, de sua inexorabilidade.

  5. Hannah Arendt e a modernidade: esquecimento e redescoberta da política Hannah Arendt and the modernity: forgetfulness and rediscovery of politics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Duarte

    2001-01-01

    Full Text Available Para Hannah Arendt, a modernidade configura um período histórico de obscurecimento das determinações políticas democráticas, pois, onde a política não foi reduzida ao plano da violência, como no caso dos fenômenos totalitários, ela foi reduzida ao plano da administração burocrática dos interesses econômicos da sociedade. Neste artigo, pretendo discutir a constituição argumentativa desse diagnóstico, referindo-o à sua raiz de inspiração, isto é, as críticas de Nietzsche e Heidegger à modernidade. Finalmente, procuro demonstrar que Arendt não se limitou a uma concepção negativa das possibilidades políticas modernas, pois vislumbrou nos modernos eventos revolucionários a possibilidade de uma revitalização da política em suas determinações democráticas originárias, dado que aí se restabeleceram os laços entre a ação política, a liberdade e a felicidade pública.Hannah Arendt views Modernity as the epoch of the forgetfulness of politics in its democratic determinations, since the political and the public sphere were either totally reduced to the specter of violence and terror, as it happened in the case of totalitarian regimes, or totally absorbed by the bureaucratic administration of society's economic interests. In this article I intend to discuss the main arguments that constitute her critical diagnosis of Modernity, retracing them to their inspirational origins, that is, Nietzsche's and Heidegger's critical assessments of Modernity. Finally, I try to demonstrate that Arendt has balanced her critical understanding of politics in the Modern age, since she has viewed Modern revolutionary phenomena as aiming towards a revitalization of the old ties between political action, freedom and public happiness.

  6. O SUBLIME NA MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha de Almeida

    2009-03-01

    Full Text Available A obra Uma investigação filosófica sobre a origem de nossas idéias do sublime e dobelo, do sensualista inglês Edmund Burke (1757, data as origens do sublime na Modernidade. Nosublime ocorre é um prazer ligado à dor, um "horror delicioso" que sentimos quando acreditamosque estamos em perigo sem que isso esteja ocorrendo realmente. Em O mundo como Vontade erepresentação Schopenhauer assume as influências que sofreu de Kant no que diz respeito à suainterpretação sobre o belo e o sublime, porém difere dele quanto à natureza dessa impressão. ParaSchopenhauer a experiência estética pressupõe a dissolução da subjetividade num movimento decontemplação das idéias livre do querer imposto pela vontade individual. As idéias deSchopenhauer influenciaram a estética do Nietzsche de O nascimento da tragédia.

  7. Trad. Daniele Vitale, Arquitectos portugueses. Identidade, nacionalidade, modernidade

    OpenAIRE

    Marnoto, Rita

    2010-01-01

    (2010. Trad.). Daniele Vitale, Arquitectos portugueses. Identidade, nacionalidade, modernidade, JA Jornal Arquitectos. Publicação Trimestral da Ordem dos Arquitectos Portugal, 237, 93-101. ISSN 0870 1504 Trad. Daniele Vitale

  8. Deus, pátria e família na literatura da pós-modernidade : uma abordagem de O nosso reino de Valter Hugo Mãe

    OpenAIRE

    Marques, Carlos Manuel da Silva

    2009-01-01

    Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta As designações de Pós-Modernidade e Pós-Modernismo são aquelas que,correntemente, melhor enquadram e definem o panorama da civilização e da literatura actuais. Partindo destas tendências culturais e estéticas, este trabalho debruça-se, sobretudo, sobre a definição das coordenadas que enquadram o Pós-modernismo como paradigama estético-literário. Recorrendo a diversos textos teorizantes...

  9. MODERNIDADE E LIBERTAÇÃO: DOIS DESAFIOS AO CRISTIANISMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    . Editorial

    1987-01-01

    Full Text Available A recente Assembléia Geral da Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (SOTER, reunida em Belo Horizonte de 6 a 9 de julho passado, dedicou boa parte de seus trabalhos ao "debate em torno da Modernidade em relação com as preocupações da Teologia da Libertação no Brasil". Está mais uma vez relançada a sempre conflitiva questão da relação entre Cristianismo e Modernidade, só que agora percebida num Continente que não simplesmente goza de algumas luzes da Modernidade, como também sofre efeitos perversos deste processo histórico.

  10. Repensar la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Louise Pratt

    1999-01-01

    Full Text Available Este ensayo reflexiona sobre la modernidad y sus otros, primero sobre uno de los múltiples “otros internos” de la modernidad, la mujer; y luego sobre lo que la modernidad construye como sus “otros externos”, notablemente los pueblos no- europeos. La óptica es histórica, pero con dos premisas que tocan el presente: 1. que la globalización no es algo que sigue a la modernidad, sino que ha sido una característica básica y estructural de ella y 2. que las formas que toman nuestras problemáticas actuales de identidad y ciudadanía en las Américas son dadas por las dinámicas y contradicciones de nuestras modernidades. El ensayo termina con unas reflexiones sobre la creatividad moderna en América Latina, sobre todo la inauguración de proyectos estéticos no-urbanos.

  11. Max Weber e a história cultural da modernidade Max Weber and the cultural history of modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gangolf Hübinger

    2012-01-01

    Full Text Available Este artigo oferece um novo olhar sobre Weber como historiador. O fato de que a MWG reconstrói, de maneira bastante detalhada, o contexto histórico científico e intelectual torna mais evidente como os diferentes tópicos sobre os quais Weber trabalhou - a economia de mercado capitalista, as religiões do mundo ou o Estado moderno - foram abordados em última instância "do ponto de vista da história cultural". Diante desse quadro, meu artigo explora quatro aspectos principais: história econômica; ou mais precisamente o sentido cultural da ação econômica como ponto-chave para o pensamento histórico de Weber como um todo (I; a insistência de Weber na primazia de problemas analíticos e da escolha de perspectivas como pressupostos intelectuais do conhecimento histórico (II; a questão fundamental da história cultural em geral: como as ideias se atualizam em conflitos e constelações históricos e como a singularidade do desenvolvimento cultural europeu deve ser descrita em sua significação histórico-universal (III; a relevância da Primeira Guerra Mundial para os problemas e perspectivas de Weber: seu foco em uma teoria histórico-política do poder e da dominação e da gênese e estrutura do Estado moderno e da democracia (IV.This article takes a new look at Weber as a historian. The MWG's detailed reconstruction of the scientific and intellectual historical context provides a clear insight into how all the different topics on which Weber worked - the capitalist market economy, world religions, or the modern state - were ultimately treated "from the view-point of cultural history." In response the article examines four aspects: Economic history; or more precisely, the cultural meaning of economic action as a key to Weber's historical thinking as a whole (I; Weber's insistence on the primacy of analytical problems and of choices of perspectives as intellectual presuppositions of historical knowledge (II; the cardinal question of

  12. Modernidades y destiempos latinoamericanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesús Martín Barbero

    1998-04-01

    Full Text Available “La idea del paso lineal de las tradiciones a la modernidad es sustituida por la afirmación de que la modernidad se define por la diversidad y multiplicación de las alternativas, la capacidad de asociar pasado y porvenir. Hay un cambio total de perspectiva: se consideraba que el mundo moderno estaba unificado mientras la sociedad tradicional estaba fragmentada; hoy por el contrario la modernización parece llevarnos de lo homogéneo a lo heterogéneo”.Alain Touraine

  13. A Agricultura Familiar e as Biotecnologias no Processo de Modernidade e Pós-Modernidade: Uma Visão Contemporânea da Inseminação Artificial como Instrumento de Melhoramento Genético do Gado Leiteiro na Agricultura Familiar de Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Lima de Aragão

    2011-06-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE Este trabalho apresenta uma análise da biotecnologia inseminação artificial como instrumento científico à luz dos conceitos de modernidade e pós-modernidade, mostrando sua evolução e aplicabilidade, via novas tecnologias, em sistemas de produção familiar organizados, como forma de superação das práticas tradicionais no âmbito da economia contemporânea capitalista. Especificamente, investiga-se através de pesquisas bibliográficas e de campo, a aplicabilidade da inseminação artificial em gado leiteiro como política pública de desenvolvimento da agricultura familiar organizada do estado de Rondônia. Analisando a sua importância sócia, econômica e ambiental para o setor. Tem-se como hipótese teórica e objetiva, que a agricultura fundada na utilização de mão-de-obra familiar organizada reúne, genericamente, as condições materiais necessárias ao seu amplo desenvolvimento no mundo contemporâneo. Dadas às possibilidades científicas, técnicas e organizacionais, há efetivamente, a possibilidade, também, na produção agropecuária, do processo de produção imediata ser plenamente realizado pela família produtora, sem implicar, necessariamente, ao contrário, perdas de produtividade ou eficiência.

  14. O rei do pop e as nuances da pós-modernidade trágica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayana M. Moraes

    2010-12-01

    Full Text Available Este artigo mostra a relação das celebridades com os aspectos trágicos de suas vidas e o envolvimento dos fãs a partir da catarse. Todos estes termos imbricados dialogarão com um dos gêneros literários mais antigos: a tragédia grega. Esta permeará um entendimento acerca da forma com que nós, espectadores, analisamos alguns famosos, bem como sua influência na indústria do entretenimento. Neste contexto, alguns deles não conseguem adquirir um equilíbrio entre a fama e sua vida pessoal, que cai diante de sua hybris (desequilíbrio interno. E um destes artistas, considerado o mito da música e do entretenimento, compreenderá esta discussão: Michael Jackson. O filósofo grego Aristóteles discutiu e revigorou a importância e verossimilhança desta literatura no ser humano. Veremos, entretanto, que mesmo com estes conflitos, o mito permanece.

  15. A brincadeira do reisado na comunidade Cipó de Baixo (Pedro II, Piauí) e a dinâmica da tradição-modernidade

    OpenAIRE

    Sousa, Luciano de Melo; Assunção, Luiz Carvalho de

    2014-01-01

    Este artigo estuda a tradição do reisado na comunidade Cipó de Baixo, município piauiense de Pedro II. A leitura feita procura ressaltar a processualidade da brincadeira que navega entre a permanência e a transformação na modernidade. Buscou-se a construção cultural de uma trama de existência social cotidiana que analisa a brincadeira de Reis do Cipó, onde mudança e continuidade elaboram um enredo cultural com especificidades muito próprias. O estudo aponta para múltiplas direções nas transfo...

  16. Cidadania e modernidade: emergência da questão social na agenda pública Citizenship and modernity: the emergence of the social issue on the public agenda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Cele de A. Bodstein

    1997-04-01

    Full Text Available A inclusão da chamada questão social na agenda pública desde a modernidade até seus desdobramentos mais atuais constituiu-se no fio condutor do artigo. Procurou-se mostrar que um dos sentidos da modernidade é exatamente a inversão radical entre o significado do público e do privado, ensejando o alargamento do espaço público. A modernidade, longe de estar associada a um determinado modelo capitalista-burguês, projeta-se como uma reinvenção dos direitos, da cidadania e da experiência democrática contemporânea. Nessa trajetória, o processo de individualização foi visto como fator crucial para a compreensão da ideologia das sociedades modernas e, paradoxalmente, da própria emergência das ciências sociais. A concepção individualista, enfatizando a especificidade da representação moderna do social, isto é, sua característica de sociedade auto-instituinte, permite a compreensão ampliada do domínio público. Nesse sentido, a polarização ideológica entre as concepções liberal (favorável ao individualismo e marxista (vinculada às representações holísticas do social, deve ser revista, inclusive, porque repercute no próprio instrumental analítico das ciências sociais.The guiding thread of this article is the inclusion of the so-called "social issue" on the public agenda from modernity through its more current developments. The study seeks to demonstrate that one of the meanings of modernity is precisely the radical inversion of the meaning of public and private, providing for the broadening of public space. Far from being associated with a given bourgeois capitalist model, modernity thus projects itself as a reinvention of rights, citizenship, and contemporary democratic experience. Over this long course, the individualization process has been seen as a crucial factor for understanding both the ideology of modern societies and - paradoxically - the very emergence of social sciences. The individualist concept

  17. A crise da modernidade no início do século XX The modernity crisis at the beginning of the 20th century

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Zuin

    2007-05-01

    Full Text Available Este trabalho propõe-se a fornecer elementos para estudar o papel dos intelectuais diante da crise da modernidade no início do século XX. Por meio desse enfoque, faço uma análise comparativa dos debates sobre o sentido da história e o sentido do papel dos intelectuais na Alemanha e na França no início da Primeira Guerra Mundial. O foco de análise foram as mudanças substanciais no sentido da missão dos intelectuais em decorrência da introdução do ideal de glória de cada nação na política mundial. Ideais de razão, ciência, cultura, liberdade e igualdade foram substituídos pelas palavras raça, sangue, poder, instintos e redenção pela guerra. Palavras-chave: Modernidade. Intelectual. Guerra Mundial. Alemanha. This text intends to present some elements for the study of the role the intelligentsia had on the crisis of modernity at the beginning of the 20t h century. Through this approach, a comparative analysis of the debates about the meaning of history and the meaning of the role of the intelligentsia in Germany and France at the time of the First World War is done. The focus of the analysis were the substantial changes on the role of the intelligentsia after the abdication of the universal ideals and the introduction of the ideal of glory of each nation in the world politics. Ideals of reason, science, culture, liberty and equality were substituted by words such as race, blood, power, instincts and redemption by war. Keywords: Modernity. Intelligentsia. world war. Germany.

  18. MODERNIDADE E PÓS-MODERNIDADE: O DEBATE PRELIMINAR DAS MATRIZES SOCIOLÓGICAS DENTRO DO SERVIÇO SOCIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Hermann Garcia Teixeira

    2014-12-01

    Full Text Available O artigo em questão é parte de um ensaio constituinte de um dos capítulos de uma dissertação de mestrado. O objetivo principal é demonstrar as influências da modernidade (e suas três matrizes sociológicas e da pós-modernidade no debate dentro do seio da categoria profissional do Serviço Social brasileiro. Faz-se um comparativo com as três matrizes sociológicas - Durkheim, Weber e Marx - e suas influências na historiografia do Serviço Social, além de colocar os efeitos do advento da pós-modernidade (e do seu caráter polifônico e do pluralismo metodológico

  19. Percepção e atualidade em Modernidade Líquida, de Zygmunt Bauman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Moura Novais

    2016-08-01

    Full Text Available Resenha crítica da obra Modernidade Líquida, de Zygumunt Bauman, cuja referência completa é: BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Tradução Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

  20. Filosofia da tecnologia e educação: conservação ou crítica inovadora da modernidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geraldo Antônio da Rosa

    Full Text Available Resumo: O campo dos estudos sobre ciência e tecnologia e seus benefícios na vida das populações está sendo questionado de maneira veemente nos últimos tempos. A justificativa de que o desenvolvimento da ciência e da tecnologia avança de maneira inexorável e neutra caiu por terra, frente às inúmeras confrontações e limites a que ficou exposta essa racionalidade. São muitos testemunhos e mesmo movimentos teóricos que questionam essa crença atualmente. Nesse texto, pretende-se delimitar alguns marcos teórico-conceituais nos quais se desenvolvem tais propostas do ponto de vista de sua relação com a educação. Para isso, parte-se da discussão, proposta por Marilena Chauí, sobre o modo como se constitui a racionalidade moderna e sua forma de apropriação pelas populações através da ideologia do cientificismo. A seguir, a crítica a essa racionalidade é avaliada segundo os preceitos da Escola de Frankfurt, especialmente na visão de Marcuse e Feenberg. Por último, procura-se apresentar alguns fundamentos dos estudos do movimento Ciência, Tecnologia e Sociedade (CT&S sobre essas questões, derivando reflexões para o campo da educação. Trata-se de avançar a discussão de suas origens, conforme exposto na filosofia da tecnologia, de Heidegger, a qual acredita ser destino da humanidade viver sob a égide da técnica, em busca de uma outra relação com a realidade, mais em harmonia com a natureza.

  1. Hegel ante la modernidad

    OpenAIRE

    Giusti, Miguel

    2013-01-01

    Hegel es uno de los primeros filósofos podemos que toma distancia frente al sentimiento triunfalista de su época, pero sin desconocer la originalidad de las nuevas formas de pensamiento e innovación política. A su filosofía debemos una caracterización conceptual de la modernidad en su conjunto gracias a la conciencia histórica con que ésta es juzgada. Lo propio y esencial de los tiempos modernos es, para Hegel, el principio de la subjetividad". El trabajo se divide en dos partes: primeramente...

  2. Dos interesses weberianos dos sociólogos da religião: um olhar perspectivo sobre as interpretações do pentecostalismo no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Gracino Júnior

    2009-05-01

    Full Text Available Resumo O objetivo central deste texto é mapear a influência da sociologia weberiana na produção intelectual sobre o fenômeno religioso no Brasil. Mais especificamente, buscaremos compreender de que forma a prédica weberiana que estabelece a "afinidade" do protestantismo pietista com o "desencantamento" das imagens religiosas do mundo e a modernidade capitalista foi apropriada pela Sociologia da Religião, na tentativa de compreender o crescimento do pentecostalismo no Brasil. Assim, rastrearemos a produção sociológica, buscando estabelecer um paralelo entre as representações da sociedade e da cultura brasileiras presentes na forma como os pesquisadores recortam e analisam o fenômeno pentecostal. Concentraremos nossas atenções nos trabalhos que seguem a linha teórica traçada por Cândido Procópio de Camargo, que podemos expressar esquematicamente da seguinte forma: conversão, ruptura com o passado tradicional (aqui representada pela pertença impensada a uma religião - catolicismo, desencantamento das crenças, que levaria à individuação e à ação racional e, finalmente, a modernização da sociedade brasileira. Vemos, portanto, que a reflexão procopiana e a de seus seguidores insere-se em um quadro intelectual mais amplo, que remonta à década de 1930, preocupado com as razões do atraso brasileiro e suas possibilidades de superação. Palavras-chave: Max Weber; Pentecostalismo; Desencantamento; Secularização; Modernização. Abstract The main purpose of this text is to map the influence of Weberian sociology on the intellectual production of the religious phenomenon in Brazil. Specifically, it endeavors to understand how the Weberian proposition, which establishes the "affinity" of pietist Protestantism with the "disenchantment" of religious images in the capitalist world and modernity, was appropriated by the Sociology of Religion in an attempt to understand the growth of Pentecostalism in Brazil. Thus, we

  3. Subalternidad/modernidad/multiculturalismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    John Beverley

    2010-01-01

    Full Text Available Si la contienda entre el socialismo y el capitalismo se reduce a la pregunta de cual de esos dos sistemas mejor produce la modernidad, entonces con el proceso de la globalización económica y cultural la historia ha dado una respuesta clara: el capitalismo. Por lo tanto, un nuevo proyecto socialista tiene que desconectarse en alguna medida de una teleología de la modernidad y la modernización. Esa tarea involucra la crítica y la posible redefinición del concepto del estado-nación desde perspectivas teóricas abiertas por los estudios subalternos y poscoloniales. Se trata en particular de encontrar una manera de traducir las luchas concretas por la “identidad” de grupos subalternos y el principio del multiculturalismo en una articulación hegemónica “nacional-popular”, como ha sido el caso en algunos de los gobiernos de la llamada “marea rosada” en América Latina. If the struggle between capitalism and socialism is reduced to a question of which of the two systems produces a more complete modernity, then with the process of economic and cultural globalization history has given us a clear answer: capitalism. Therefore, a new project of socialism has to be delink itself in some ways from a teleology of modernity and modernization. That task benefits from the critique and possible redefinition of the idea of the modern nation-state from theoretical perspectives opened up by subaltern studies and postcolonial theory. This is a question, in particular, of finding a way to translate concrete struggles of subaltern groups around issues of “identity” and the principle of multiculturalism into a “national-popular” form of hegemonic articulation, such as has been the case with some of the governments of the so-called Pink Tide in Latin America.

  4. Ensaio sobre desenvolvimento humano na pós-modernidade

    OpenAIRE

    Abib,José Antônio Damásio

    2008-01-01

    Neste ensaio, o conceito de desenvolvimento humano na pós-modernidade apóia-se em uma filosofia pós-moderna de direitos humanos, e na modernidade apóia-se em uma filosofia moderna de direitos humanos. O Estado moderno fracassou na realização da filosofia moderna dos direitos humanos. Uma filosofia pós-moderna de direitos humanos deixa para trás a filosofia moderna de direitos humanos. Isso significa abandonar o fundacionismo ético e as grandes narrativas emancipatórias de desenvolvimento huma...

  5. Os Estudos da Tradução na Pós-Modernidade, o Reconhecimento da Diferença e a Perda de Inocência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemary Arrojo

    1996-01-01

    Full Text Available No CONTEXTO DESTE TRABALHO, "MODERNO" se vincula diretamente ao ideal iluminista cultivado pela cultura européia do século XVIII,sobretudo na França e na Inglaterra, e que se caracterizou pela crençaotimista de que a razão e a busca implacável do conhecimento pudessem finalmente conduzir o ser humano às luzes de um desenvolvimento sócio-cultural pleno, emancipando-o das superstições ecrenças em forças e entidades não-humanas, associadas ao antigo eao medieval. Na França, o projeto iluminista se associa, sobretudo,aos chamados filósofos enciclopedistas, entre os quais Diderot, Rousseau, Voltaire, Duclos, Quesnay que, no século XVIII, idealizaram oprojeto dos trinta e cinco volumes da Enciclopédia Francesa (1751-80, numa tentativa de orientar e disseminar o desenvolvimento deum conhecimento supostamente diferenciado do tipo de reflexão quese associava à Antiguidade, ao medievalismo e às diversas teologiase mitologias.

  6. A Belle Époque caipira: problematizações e oportunidades interpretativas da modernidade e urbanização no Mundo do Café (1852-1930 - a proposta do Cemumc

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Evaldo de Mello Doin

    2007-06-01

    Full Text Available Este artigo visa apontar a importância historiográfica de interpretar e compreender de maneira ampla e exaustiva as imagens, os discursos e demais vestígios que nos permitam ter acesso às sociabilidades, representações, projetos e práticas vivenciadas pelos habitantes das cidades do Brasil caipira, que apresentaram transformações geradas pela modernidade, no limiar do XX, em decorrência da nova dinâmica capitalista gerada pelos efeitos da expansão da economia cafeeira nessa região.This article aims to point out the historiographic importance of interpreting and understanding in ample way the images, the speeches and other vestiges that allow the analysis the sociabilities, representations and practical projects lived by the inhabitants of the cities of ‘Brazil caipira’, which presented transformations generated by modernity, in the threshold of the 20th century, in result of the new capitalist dynamics generated by the effect of the expansion of the coffee economy in that region.

  7. A Dimensão Filosófica da Pós-Modernidade Jurídica: ponto de partida de uma reconstrução paradigmática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Isaac Pilati

    2011-12-01

    Full Text Available This article is in charge of one ofthe most important dimensions of the paradigmreconstruction of the Powder-modernity:the philosophical dimension. Leaving ofhighlighted points of the work of Nietzsche(the first powder-modern, and of the paradigmnotion as method, tries to really focusthe perspective of transmutation of the valuesin favor of a new conception; instead ofthe metaphysical truth the collective truth,that shows as built right. The focus presupposesother aspects of the proposal, as thetransformation corresponding of the politicianand juridical elements, those are objectof other texts of the author of this work.Institutions of inclusion are cogitated, thatseason direct and indirect democracy, so thatto each conflict one can obtain the best solutionfor the parts, the State and the Society.In that inclination, it is ended, the Powdermodernityis not an utopia, it is a method ofprojecting the transformations of a challengingreality, in that one should rescue the thirdelement: the commons. The rescue of thecommons will transform the paradigm mainof the Modernity.Este artigo ocupa-se de uma das dimensõesmais importantes da reconstrução paradigmáticada Pós-Modernidade: a dimensão filosófica.Parte de pontos destacados da obra de Nietzsche,e adota a noção de paradigma como método, procurandoenfocar a perspectiva de transmutaçãodos valores em favor de uma nova concepção deverdade; contrapondo e justapondo à verdade metafísicaa verdade coletiva: a primeira centrada nasinstituições políticas representativas e a segundamanifestando-se no campo da participação. Noplano jurídico, a verdade construída vai inspiraras fontes do direito como direito construído (pelaSociedade. Essa abordagem (filosófica, portanto,pressupõe outros elementos, como a transformaçãocorrespondente do político, do jurídico edo econômico, objeto de outros textos do autordeste trabalho. Cogita o texto de instituições deinclusão, que temperem

  8. A modernidade pelo olhar de Walter Benjamin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha D'Angelo

    2006-04-01

    Full Text Available O OBJETIVO do artigo é traçar um perfil da modernidade tomando como referência os ensaios "Paris capital do século XIX" e "Paris do Segundo Império em Baudelaire", de Walter Benjamin. O texto pretende revelar as relações entre o processo revolucionário francês, a mercantilização da sociedade e da arte e a obra poética de Baudelaire.THIS article's aim is to sketch a profile of Modernity using as reference the essays "Paris, Capital of the 19th Century" and "Paris of the Second Empire in Baudelaire", by Walter Benjamin. It attempts to fathom the relationships between the French revolutionary process, the commercialization of society and art, and the poetic work of Baudelaire.

  9. MODERNIDADE E PÓS-MODERNIDADE: O DEBATE PRELIMINAR DAS MATRIZES SOCIOLÓGICAS DENTRO DO SERVIÇO SOCIAL

    OpenAIRE

    Michael Hermann Garcia Teixeira; Universidade Federal de Sergipe

    2014-01-01

    O artigo em questão é parte de um ensaio constituinte de um dos capítulos de uma dissertação de mestrado. O objetivo principal é demonstrar as influências da modernidade (e suas três matrizes sociológicas) e da pós-modernidade no debate dentro do seio da categoria profissional do Serviço Social brasileiro. Faz-se um comparativo com as três matrizes sociológicas - Durkheim, Weber e Marx - e suas influências na historiografia do Serviço Social, além de colocar os efeitos do advento da pós-moder...

  10. A integração das artes e a pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Bonnemasou

    2002-11-01

    Full Text Available O trabalho desenvolve uma relação entre os períodos da modernidade, modernismo e pós-modernidade e o modo como as artes se apresentam, inicialmente isoladas e, pouco a pouco, integrando-se de várias maneiras. Chega-se, deste modo, à pós-modernidade na qual à interação entre autor, obra e receptor vem se acrescentar uma integração entre os meios, consistido no conceito de hipertexto.

  11. Menopausia y modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darío Gil Torres

    1999-04-01

    Full Text Available La ciencia, como racionalidad analítica, es el discurso del modelo explicativo de los aconteceres sociales denominado Modernidad. Tal racionalidad fundada en la Duda, lleva a los seres humanos a interrogarse sobre su lugar en el mundo a partir del control sobre éste. Si bien la Ciencia ha permitido mejorar el nivel de vida de las comunidades evidenciado en algunas manifestaciones orgánicas antes desconocidas en su dinámica, por ejemplo la menopausia, también lo ha hecho con el refinamiento de las estrategias educativas para el control social, lo que permite afirmar que tal discurso es la forma más eficiente de llevar a cabo dicho control. Estas estrategias cobijan a todos aquellos seres humanos que pueden poner en crisis el grupo social y, especialmente, su modo de producción. En este punto cobijan dos categorías analíticas aparentemente disímiles: adolescencia y menopausia, dado que ambas acceden a un nuevo cuerpo, el sexualizado que permite la experiencia estética. Para el control de los jóvenes se establecen estrategias específicas (el proyecto de vida, la educación sexual, entre otras, lo que permite configurarlos en la culpa; para las mujeres menopáusicas se establecen estrategias desde pathos, es decir, desde la asunción de la menopausia desde lo clínico, aspecto en el que tienen especial protagonismo la medicina y la industria farmacéutica. Se propone que dado que no se puede ofrecer a las mujeres mayores nociones de futuro, su control viene dado desde la enfermedad, aspecto que empieza en la escuela a través de la idea de lo femenino como un cuerpo reproductivo, lo que tiene relación con la menstruación y los mitos asociados a ella. Se plantea, además, que la terapia de reemplazo hormonal ha sido utilizada en dirección de la reproducción social.

  12. Desejo de cinema, desejo de modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Kuster

    2015-06-01

    Full Text Available Como algo que poderia ser simplesmente uma técnica torna-se um instrumento de contar histórias e fomentar o sonho? Partimos dessa questão para explorar os rumos percorridos pela projeção de imagens animadas até chegar ao que chamamos de cinema. Com base na obra de Edgar Morin, Arlindo Machado e Noël Burch, investigamos essa transição, estabelecendo sua relação intrínseca com a nascente modernidade capitalista urbana e o surgimento de novas formas de representação social que atenderam às expectativas da classe burguesa.

  13. Sattelzeit: modernidade e história

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Géssica Góes Guimarães Gaio

    2015-05-01

    Full Text Available O presente trabalho pretende oferecer um comentário sobre uma das teses fundamentais do vultoso projeto do Dicionário Histórico de Conceitos, do qual Reinhart Koselleck foi integrante junto a Otto Brunner e Werner Conze, a noção de sattelzeit como um “tempo de sela”. Segundo Koselleck, entre as décadas de 1750 a 1850, teria ocorrido a formação da modernidade, caracterizado pelo distanciamento entre espaço de experiência e horizonte de expectativa, e esse movimento poderia ser visualizado na dinâmica de surgimento, transformação e sentido dos conceitos, sobretudo, na maneira como o homem passa a entender e se relacionar com a história

  14. Saudáveis oportunismos ou reflexões sobre a modernidade e pós-modernidade na América Latina

    OpenAIRE

    Bulhões, Maria Amélia

    2000-01-01

    Este texto discute a presença da modernidade, do modernismo e da pós-modernidade na América Latiria, analisando a adequação desses conceitos para o continente. This text intendes to show the presence of modernity, modernism and post-modernity in Latin America, analising the adequacy of these concepts for the continent. This text intendes to show the presence of modernity, modernism and post-modernity in Latin America, analising the adequacy of these concepts for the continent.

  15. A modernidade no retrovisor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrick Tacussel

    2016-04-01

    Full Text Available Este artigo trata da questão do termo “pós” relacionadao a uma antinomia entre o passado e o futuro que, mesmo sem tomar um rumo, é eminentemente historicista. Procurando vetores de análise dentro de uma esfera de pensamento weberiana, na qual o termo "compreensivo" assume lugar de destaque, o texto defende que vivemos não mais os valores do passado, mas sim como que um novo espírito do tempo. Este tempo não será o do debate ideológico, mas antes o de um reordenamento da polis e, consequentemente, das práticas cotidianas.

  16. Marcuse e a crítica estética da modernidade – uma nova educação estética?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Barbosa

    2014-10-01

    Full Text Available O artigo examina a leitura que Marcuse faz de Schiller, em relação à necessidade de uma educação estética. Para ambos a razão precisa estar ancorada na sensibilidade. Introduz-se também aqui a nocão da linguagem como mediadora. Abstract: The article examines the various ways in which Marcuse interpretates Schiller in relation to an aesthetic education. For both reason must be anchored upon sensibility. Here the question of language as mediator is introduced. Keywords: Aesthetic experience; reason; sensibility; language. Ricardo Barbosa é professor do Departamento de Filosofia da UERJ.

  17. Blade Runner, pós-modernidade e totalitarismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldo Dinucci

    2013-10-01

    Full Text Available Em 2012 tivemos o trigésimo aniversário tanto do lançamento do filme Blade Runner, do diretor Ridley Scott, quanto da morte do escritor de ficção científica Philip K. Dick, cujo livro intitulado Do Androids Dream of Electric Sheep? (Sonham os Androides com carneiros elétricos? inspirou a película. Nas páginas seguintes, analisarei alguns aspectos do filme Blade Runner, mostrando que se pode ver nele uma metáfora da pós-modernidade e do totalitarismo que acompanha esta última.

  18. Pós-modernidade e a negação da infância (Post-modernity and the denial of the childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Garcia de Lima

    2008-01-01

    Full Text Available Resumo: A maneira como se desenvolve o conceito de infância pode constituir uma excelente projeção do sistema de valores e de aspirações de uma sociedade. Essa constatação pode ser atribuída a qualquer conceito existente, porém o conceito de infância possui a particularidade de se referir não apenas a algo externo, mas ao passado de cada um, ao mesmo tempo em que ao futuro de cada grupo humano. O conceito de infância surgiu com a filosofia idealista alemã apenas no final do século XVII, ao mesmo tempo em que surgiu o conceito de indivíduo e que as ciências começaram a se desenvolver. Considerando, portanto, a infância como um conceito socialmente produzido, variando no tempo e no espaço, procuramos investigar, neste artigo, as influências da sociedade denominada pós-moderna nesse período da vida. Dessa forma, o nosso objetivo é compreender os elementos que contribuem para a negação da infância na sociedade atual e refletir sobre as possíveis conseqüências dessa negação no desenvolvimento posterior do sujeito. As hipóteses que permeiam este estudo nos levam a pensar que a sociedade pós-moderna, ao adultizar as crianças, colabora para o encurtamento da infância e, conseqüentemente, para seu desaparecimento. Além disso, ao deixar de vivenciar a infância plenamente, as crianças (pseudo amadurecem mais rápido, mas tornam-se adultos que tendem a, inconscientemente, voltar a essa fase na tentativa de recuperar algo perdido, tornando-se, muitas vezes, adultos infantilizados. Para desenvolver esse pensamento, utilizamos, como referenciais teóricos, autores que descrevem e analisam a sociedade atual a partir de uma abordagem crítica da sociedade.Abstract: The way that childhood’s concept has been developed may constitute an excellent projection of the values system and aspirations of a society. This evidence can be attributed to any existent concept, therefore it has a particular way of referring to something

  19. Esporte de alto rendimento: produção social da modernidade - o caso do vôlei de praia

    OpenAIRE

    Costa,Marília Maciel

    2007-01-01

     O estudo, inicialmente, apresenta a inserção do esporte nos tempos modernos com o objetivo de resgatar e discutir a estruturação da produção do esporte de alto rendimento no Brasil. A modalidade vôlei de praia serviu de modelo empírico e procurou-se verificar, durante o levantamento dos dados coletados, a forma e os valores que predominavam no ambiente social em que se desenvolvia essa modalidade. Para isso, foram focalizadas as relações que se processavam no decorrer de sua estruturação e p...

  20. Entre o projeto de modernidade e a efetivação da democracia: marcas deixadas na construção da vida social brasileira Between projecting modernity and putting democracy into practice: marks left in the construction of the Brazilian social life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Silva Soares

    2012-03-01

    Full Text Available O presente artigo retoma algumas interpretações sobre o projeto de modernidade, aproximando-as de alguns elementos da formação social brasileira, considerando sua estreita relação para a afirmação e valorização da democracia no Brasil. Além disso, destacam-se interpretações sobre o processo de redemocratização da sociedade brasileira que ressaltam a importância da prática dos movimentos sociais para a validação desse processo.The present article resumes some interpretations of the project of modernity. It approaches them to some elements of the Brazilian social formation, considering the narrow relationship for the affirmation and the valuation of democracy in Brazil. Moreover, the article stresses the interpretations of the redemocratization of the Brazilian society that show how important the practice of the social movements was to the validation of such a process.

  1. Ilusões de modernidade: o fetiche da marca McDonald's no Brasil Illusions of modernity: the fetish of McDonald's' brand in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isleide Arruda Fontenelle

    2006-08-01

    Full Text Available Objetiva-se apresentar e discutir as relações atuais entre imagem e entretenimento a partir de pesquisas realizadas sobre a construção da imagem de marca McDonald's e sobre as modernas técnicas de marketing. Visando compreender porque nos tornamos consumidores de imagens, procurou-se recuperar, a partir da própria historia do McDonald's, os acontecimentos econômicos, sociais, culturais, políticos, que teriam nos transformado em uma sociedade na qual "estar na imagem é existir". Embora trágica em seu sentido de fundo, essa perda da forma nos é compensada por imagens de diversão e felicidade que as marcas nos transmitem. Ao final, questiona-se o alcance global dessa promessa a partir de uma digressão sobre o Brasil: como a marca McDonald's nos fornece as imagens para uma certa constituição identitária; e o seu nome para um sentimento de permanência? Como falar de "identificação" com uma marca que, aparentemente, não teria uma relação histórica e cultural com o Brasil?This article presents and discusses the current relationship between image and entertainment, based on the results of research studies on the constitution of McDonald's' brand image all over the world and contemporary marketing. Aiming to understand why we have become image consumers, those studies tried to recover, based on McDonald's history, economical, social, cultural, and political events that have lead us towards an obsessed image society, in which, "being in the image is the same as existing". Although tragic in its bottom line, that inexistence of form is compensated to us by amusement and happiness images conveyed by the brands. Finally, the research questions the global reach of that promise, starting from a digression on Brazil: how does McDonald's' brand supply us images for a certain identity constitution; and its brand name for a permanence feeling? How is it possible to speak of "identification" with a brand that, seemingly, would not have a

  2. A persistência de formas da vida religiosa na modernidade (The persistence of forms of the religious life in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Breno Martins Campos

    2012-10-01

    Full Text Available O processo de desenvolvimento da história (e demais ciências das religiões, com objeto e metodologia próprios, pode ser analisado por meio das discussões que aprofundaram as relações entre a defesa do caráter racionalista do homem ocidental e a persistência de formas religiosas de expressão no transcorrer dos séculos XIX e XX (bem como neste início de século XXI. Por meio do estudo da história da teologia e das religiões, são estabelecidos critérios para o julgamento das convergências entre movimentos religiosos, também de suas especificidades, aqui discutidos à luz de pressupostos subjacentes em obras de Émile Durkheim (1858-1917, Rudolf Otto (1869-1937 e Mircea Eliade (1907-1986. A escolha dos autores se justifica pelo fato de representarem, cada qual a seu modo, estágios teórico-analíticos no desenvolvimento das ciências das religiões que abarcam o conflito entre racionalismo ocidental e formas religiosas. Pelo que guardam de semelhança ou contradição, especialmente pela presença do sagrado em sua argumentação, os três autores vêm a confirmar uma suspeita (do religioso ou hipótese (do cientista: a religião persiste. Palavras-chave: Ciências da Religião. Teologia. Émile Durkheim. Rudolf Otto. Mircea Eliade. Abstract The process of the development of History (and other sciences of Religions, with its object and methodology, can be analyzed by the discussions that deepened the relations between the defense of the rationalist character of the western man and the persistence of religious forms of expression in the 19th and 20th centuries (as well as in the beginning of the 21th century. Studying the History of Theology and of Religions, the criteria for the judgment of the convergences within religious movements can be established, as well their specificities, discussed here under the subjacent ideas found in Émile Durkheim (1858-1917, Rudolf Otto (1869-1937 and Mircea Eliade (1907-1986. The selection of

  3. Perfis da província e máscaras da modernidade: uma leitura da correspondência de Gilberto Freyre com Manuel Bandeira, José Lins do Rego e Rodrigo Melo Franco de Andrade = Provincial sketches and masks of modernity: an interpretation of the Gilberto Freyre’s correspondence with Manuel Bandeira, José Lins do Rego and Rodrigo Melo Franco de Andrade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dias, Silvana Moreli Vicente

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é interpretar a epistolografia de Gilberto Freyre com base no conceito de persona ou máscara. Dialogando com escrita mais grave, que beira o paroxismo e a tragédia pessoal e coletiva, de José Lins do Rego, bem como com as formas literárias aparentemente descomprometidas presentes nas cartas trocadas com Manuel Bandeira e Rodrigo Melo Franco de Andrade, articulam-se distintas personae na correspondência do ensaísta. Serão colocadas em pauta facetas ambíguas do escritor Gilberto Freyre, ao lado da tentativa de se refletir sobre aspectos da modernidade alternativa ou provinciana que lhes são subjacentes. Portanto, será possível perceber como os paradoxos presentes no ensaio social de Freyre ligam-se também às imagens contraditórias inscritas no tecido epistolar

  4. Modernidade, identidade e reflexividade em Anthony Giddens e Zygmunt Bauman: notas introdutórias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lázaro Fabrício de França Souza

    2015-06-01

    Full Text Available Sob o prisma do sociólogo britânico Anthony Giddens é a cognoscitividade dos agentes humanos, em sua forma especificamente reflexiva, que está envolvida de maneira mais acentuada e profunda na ordenação recursiva das práticas sociais na modernidade tardia. Solfeja Zygmunt Bauman que muitos são os significados da modernidade. Sua chegada e progresso são aferidos a partir de marcadores distintos, sendo um de seus atributos a relação cambiante entre tempo e espaço. A modernidade tem seu encetar na medida em que espaço e tempo são separados da prática da vida e entre si, podendo, desta feita, serem teorizados como categorias distintas e reciprocamente independentes da estratégia e da ação. O trabalho em riste tem como intento cerne discutir, em termos introdutórios, as noções de modernidade, identidade e reflexividade a partir das perspectivas e cosmovisão dos sociólogos Zygmunt Bauman e Anthony Giddens, proeminentes pensadores em se tratando dos estudos acerca da contemporaneidade e seus desdobramentos, a fim de jogar luz, refletir, sobre questões aqui erigidas e que se fazem pertinentes no bojo da Sociologia e das Ciências Humanas, quais sejam, as relacionadas à concepção da modernidade, a constituição das identidades e a respeito do poder de agência e reflexividade dos sujeitos.

  5. Proust y la modernidad narrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos García-Bedoya Maguiña

    2013-12-01

    Full Text Available Estas reflexiones sobre la obra proustiana están planteadas desde la óptica de la historia literaria. Se estudiará a Proust como un escritor de transición entre las corrientes literarias del siglo XIX y las del siglo XX. Es evidente la amplitud de este asunto, y por ello habrá que restringirse a algunas consideraciones preliminares sobre el tema y concentrar luego los esfuerzos en el examen de la recepción de En busca del tiempo perdido por parte de algunos de sus primeros críticos. El estudio de la recepción permitirá justamente enriquecer esta percepción de Proust como escritor de transición entre dos siglos y sobre todo como una figura clave de la modernidad narrativa.

  6. A terapia cognitiva de Aaron Beck como reflexividade na alta modernidade: uma sociologia do conhecimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Ivan de Oliveira

    Full Text Available Uma sociologia do conhecimento interpreta a produção do conhecimento como vinculada a situações sociais. Partindo dessa premissa epistemológica, nosso artigo objetivou interpretar a terapia cognitiva de Aaron Beck como conhecimento construído e construtor do fenômeno de reflexividade da alta modernidade, conforme interpretada por Anthony Giddens. Nossa hipótese é que a reorientação do sistema de crenças do cliente, proposta pela terapia cognitiva, é uma forma de reconstrução reflexiva da autoidentidade, visando superar conflitos típicos da instabilidade da alta modernidade. Assinalamos aspectos na terapia cognitiva que a identificam com a reflexividade, sobretudo a ideia de que a construção da autoidentidade é uma tarefa na qual o indivíduo se engaja reflexivamente.

  7. Questões Sociais Existenciais, Tendências de Desenvolvimento e Modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Maurício Domingues

    2016-03-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste artigo é retornar a alguns temas clássicos, mas hoje muito mal explorados, centrais no passado da sociologia ou daqueles que por ela foram incorporados como seus pais fundadores e hoje a rigor abandonados. Nele se discutem a multidimensionalidade da vida social e as tendências de desenvolvimento que, em particular na modernidade, a impulsionam. Teoricamente esses temas seguem, ou deveriam seguir, sendo decisivos, sem deixar de sê-lo igualmente do ponto de vista da prática social. Enfim, recolocá-los nos permite até certo ponto sugerir uma visão mais complexa e menos etnocêntrica da humanidade em seus aspectos diretamente sociais e, com isso, situar mais precisamente as características diferenciais da própria modernidade.

  8. O DESAFIO DA MODERNIDADE À FILOSOFIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manfredo Araújo de Oliveira

    2018-02-01

    ABSTRACT: The article considers the Modernity first at all as the great transfor­mation in the configuration of the Western societies, today in process of universa­lization. These societies articulate a great utopia: a world completely produced by the human being in which it can find the satisfaction of its needs and happiness as a fully autonomous being. In all of this is implicit a vision of nature, the human being and, ultimately, of the being in its wholeness that is the proper subject of philosophy. Our interest here is to thematize the basic concepts implied, i.e. the metaphysics involved here, which is the most radical challenge. Our time is marked by a deep tension: on one side, a radical criticism to the hegemonic modernity in the last centuries and its perverse effects; on the other, a radical remake of a modernity that presents itself as the only desirable future for humanity. The article aims to thematize the major challenges of this conception of reality and human being currently pose to human life with serious consequences for religions and their theologies.

  9. Villa-Lobos: o selvagem da modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo D. Contier

    1996-12-01

    Full Text Available This is a study of the connections between the music of Villa-Lobos and the different cultural discourses of the Brazilian elites. The consumption of music in various historical moments, the relations between listening public and artistic creation are analyzed with the intention of pointing out the ties between music/composer; musician/macenas; musician/State and discourses and political projects.

  10. Floridablanca entre la modernidad y la posmodernidad

    OpenAIRE

    Senatore, María Ximena

    2007-01-01

    Este artículo se centra en los diálogos entre el pasado y el presente creados en el marco de la modernidad y de la posmodernidad. La arqueología como práctica social puede ser entendida como un diálogo pasado-presente. Floridablanca es una historia, un sitio, una experiencia, una idea, una utopía. Es también un punto de encuentro entre modernidad y posmodernidad. El objetivo de este trabajo es presentar ciertas reflexiones sobre los diálogos pasado-presente que crean, transforman y reproducen...

  11. Trópicos do discurso sobre risco: risco-aventura como metáfora na modernidade tardia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo situar as novas modalidades de uso dos repertórios interpretativos sobre risco, especialmente no que se refere à perspectiva da aventura. Propõe que, como aventura, a linguagem do risco cumpre atualmente funções múltiplas, sendo tanto um anteparo aos processos de destradicionalização típicos da modernidade tardia, como uma figura de linguagem utilizada para falar de novas sensibilidades decorrentes do imperativo de enfrentar a imponderabilidade e volatilidade dos riscos modernos. Inicia com uma visão panorâmica dos sentidos históricos do risco buscando argumentar que a noção, entendida na perspectiva da linguagem em uso, permite explorar as mudanças que vêm ocorrendo nas formas de controle social que nos possibilitam falar de uma transição da sociedade disciplinar, formação típica da modernidade clássica, para a sociedade de risco, formação emergente na modernidade tardia. Finaliza apontando para as transformações que vêm ocorrendo nas imagens sobre risco, buscando destacar o uso crescente do risco-aventura como metáfora da modernidade tardia.

  12. Modernidade/Colonialidade sem “Imperialidade”? O Elo Perdido do Giro Decolonial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Maria de Aragão Ballestrin

    Full Text Available RESUMO O “giro decolonial” ao adaptar o argumento pós-colonial para a América Latina, compreende que a colonialidade é a face oculta e constitutiva da modernidade. Ao constatar criticamente que o problema do imperialismo é subdesenvolvido pelos seus principais teóricos, lanço as seguintes indagações: é possível pensar na relação entre colonialidade e modernidade, sem a dinâmica da “imperialidade”? Como explicar a reprodução das novas formas de colonialismo sem a consideração das novas formas de imperialismo? Neste artigo, assim, proponho o conceito de Imperialidade como uma lacuna que impede a explicação dos mecanismos de reprodução da colonialidade. Ao entendê-la como lógica do imperialismo, constitutiva e relacional da colonialidade, observo ainda que as estratégias de descolonização devem ser muito mais dirigidas à “Imperialidade” do que à modernidade propriamente dita. A informalidade, invisibilidade e nebulosidade dos mecanismos contemporâneos de Imperialidade reproduzem o imperialismo sem império através da governança sem governo no contexto global.

  13. Paul Strand y las paradojas de la modernidad americana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Sánchez Biosca

    2010-06-01

    Full Text Available As contribuições de Strand para o cinema estão estreitamente relacionadas com seus trabalhos fotográficos da época e mesmo com um olhar que, apesar de suas múltiplas diferenças, possui muitos pontos em comum. Se em Manhatta (1920, Strand (em colaboração com Sheeler oferece uma síntese da natureza e da modernidade, em Redes (1934 o que predomina, em contrapartida, é a experiência da arte muralista mexicana e a influência de Eisenstein (em suas andanças por México são os fatores que determinam seus esforços na construção de uma épica dos operários. Mas sem dúvida, o projeto mais ambicioso de Strand (ao mando da produtora Frontier Films foi Native Land, o filme que atendeu às demandas do American Popular Front e as moldou nas palavras dos fundadores da pátria americana.

  14. James Stirling Regionalismo y modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Javier de Esteban Garbayo

    2015-05-01

    Full Text Available ResumenEn los años treinta, la arquitectura moderna se había introducido en los más remotos lugares del mundo enfrentándose con la infinita idiosincrasia de lo local, y al mismo tiempo, el arquitecto, sintiendo las limitaciones de su estilo e intentando ampliar su vocabulario, se embarcó en un proceso de difusión, asimilación y personalización.La idea de una renovada época después de la posguerra británica, sería compartida por una joven generación de arquitectos con el fin de encontrar una nueva forma de modernidad.Si en sus proyectos domésticos de mediados de los cincuenta, James Stirling partió de una aproximación al regionalismo y a la 'tradición funcional' con el fin de renovar el lenguaje moderno, no abandonaría la idea 'programática' inicial de entender la arquitectura desde una consistencia formal y una lógica que combinaba 'una síntesis común del pasado reciente y una certera actitud hacia el futuro'. AbstractThirties, modern architecture had percolated into remote corners of the world, encountering the infinite idiosyncrasies of locality, and, at the same time, Architects, feelings the limitations of their style and becoming intent upon extending their vocabulary, embarked upon a process of diffusion, assimilation and personalitation.The idea of a renewed period after British postwar, was shared for a new young architects generationto find a new way of modernity.While in his mid fifties housing projects, James Stirling approached to 'regionalism' and 'the functional tradition' to renew the modern language, he wouldn't reject the programmatic idea to understand architecture from a logic and formal consistency that combine 'a common synthesis of the recent past and a certain attitude toward the future'.

  15. Modernidade e produção de subjetividades: breve percurso histórico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deise Mancebo

    Full Text Available O trabalho problematiza uma das categorias fundadoras da psicologia - o “indivíduo” -, através de um aporte histórico. Primeiramente, reconhecendo os efeitos ideológicos da preeminência da representação do indivíduo como valor - oposto ou antagônico ao da sociedade - no âmbito da cultura ocidental moderna, analisa a formação dessa subjetividade individualizada na modernidade, com a definição de algumas características básicas que lhe foram dando contorno e densidade. Apresenta a modernidade como um momento específico de hegemonização da ideologia individualista, através da implantação de instituições políticas crescentemente comprometidas com os valores da liberdade e da igualdade, ou como espaço cultural global de sua afirmação. Discute, a seguir, os processos que têm marcado o conceito de “indivíduo” neste século, sua materialização no capitalismo organizado e, mais recentemente, no neoliberalismo, procurando destacar a retração do conceito sobre si mesmo e o conseqüente empobrecimento da vida cívica e desenvolvimento de uma cultura narcisista.

  16. REGISTOS DE MODERNIDADE. Arquitetura e Fotografia. Livro de resumos

    OpenAIRE

    AZEVEDO, Inês; BANDEIRA, Pedro; CARDOSO, Alexandra; MAIA, Maria Helena; MATEUS, Joana; MOREIRA, César Machado; PIMENTEL, Jorge Cunha; TREVISAN, Alexandra

    2015-01-01

    Livro de resumos das comunicações no colóquio REGISTOS DE MODERNIDADE. ARQUITETURA E FOTOGRAFIA, realizado na ESAP no âmbito do Seminário 4.2 do Mestrado Integrado em Arquitetura em colaboração com a Secção Autónoma de Teoria e História e o Centro de estudos Arnaldo Araújo da ESAP -projeto ESAP/2015/P20/SATH. Inclui resumos das seguintes comunicações: Teófilo Rego, a "Escola do Porto" e a cidade - Maria Helena Maia; Fotografar para os Arquitetos: hipóteses de enquadramento - Alexandra Trevisa...

  17. Megalópole Recife: cultura, pós-modernidade e cidadania

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Bandeira de Melo

    2011-01-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta uma análise de conceitos sobre a cidade, desde a visão positiva dos iluministas até o pensamento pós-moderno. Tenta ainda situar o Grande Recife dentro da visões analíticas da cidade como vício, cidade como virtude e cidade acima do bem e do mal, fazendo uma retrospectiva sobre os conceitos de flâneur, pós-modernidade, cosmopolitismo, consumo, cidadania, estudos culturais e periferia, associados à realidade local da Região Metropolitana do Recife.

  18. Walter Benjamin: historia, experiencia y modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mario Alejandro Molano

    2014-01-01

    Full Text Available Desde finales del siglo XX, las investigaciones sobre modernidad, orientadas hacia distintos segmentos del campo cultural, han venido ganando un enorme terreno. Las obras de Walter Benjamin, leídas en esta perspectiva, cobran un gran valor. Se busca explorar cuatro temas benjaminianos: a algunos aspectos de su concepto de historia; b el concepto de experiencia, para mostrar su dimensión histórico-crítica con respecto al ascenso de la cultura moderna; c las afinidades entre el modo en que se desarrolla la visión alegórica en el drama barroco alemán y el modo en que Baudelaire afronta las problemáticas de la modernidad; d elementos de algunas formas culturales del arte moderno que entusiasman a Benjamin.

  19. El más acá de la modernidad. Los usos de la modernidad como temporalidad retórica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Steffan Igor Ayora Díaz

    2004-02-01

    Full Text Available En este ensayo proponemos que es necesario repensar los modelos que actualmente utilizamos para pensar en modernidad, posmodernidad y tradición. Queremos argumentar que la familia de conceptos posmodernidad, posmodernismo y posmodernización tiene sentido como equivalente a otras familias en las que el eje puede ser constituido sea por modernidad, modernidad reflexiva, modernidad tardía, alta modernidad, hipermodernidad o supermodernidad.

  20. A modernidade de Nova York segundo Rem Koohaas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paolo Colosso

    2014-09-01

    Full Text Available É relativamente aceito, entre diversos autores, que os trabalhos teóricos de Rem Koolhaas tratam de problemáticas importantes para a Arquitetura e para as grandes cidades, embora seu posicionamento seja bastante controverso. Sem tentar resolver as disputas a respeito da atual postura do arquiteto holandês, este artigo volta aos primeiros textos de Koolhaas, com o objetivo de identificar, no discurso ambivalente sobre a modernidade de Nova York, problemáticas relevantes para a teoria arquitetônica do último quartel do século 20. Em minha chave de leitura, isto implica ter em conta a seguinte questão: de que modo essa narrativa, ora estetizante, ora crítica, é capaz ou não de elucidar traços da cultura urbana das metrópoles sob regime de modernização ultraliberal. O percurso é dividido em dois momentos. No primeiro, analiso os textos de Koolhaas sobre o tema, salientando os seguintes pontos: i a retícula urbana, como especulação em duplo sentido; ii o arranha-céu nova-iorquino entendido em seus diversos aspectos: como cidades dentro da cidade, como extrusão das forças contraditórias da metrópole; iii o Rockefeller Center, enquanto experiência arquitetônica coletiva e maior realização do urbanismo novaiorquino; por fim, elucido a posição ambivalente de Koolhaas diante dos eventos narrados. No segundo momento, analiso as perspectivas de Hal Foster e de Fredric Jameson acerca da posição de Koolhaas, destacando pontos que os autores consideram contribuições do arquiteto holandês.

  1. Modernidade, disciplina e futebol: uma análise sociológica da produção social do jogador de futebol no Brasil Modernity, discipline and soccer: a sociological analysis of the social production of soccer players in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciso Xavier Freire Rodrigues

    2004-06-01

    Full Text Available O trabalho investiga a relação entre modernidade, disciplina e formação do jogador de futebol profissional. Discute o futebol moderno como instituição disciplinadora, dotada de regras, normas e princípios científicos (positividades, tendo como objetivo produzir, manipular, individualizar, adestrar e aperfeiçoar o corpo do indivíduo, tornar o jogador dócil e utilitário. A modernidade, caracterizada pela secularização, subjetivação, triunfo da racionalidade instrumental, domínio da natureza e o surgimento do indivíduo moderno, transforma o ser humano em objeto de conhecimento. O campo empírico da investigação é formado pelas categorias de base do Internacional (RS. A pesquisa constata que a produção social do jogador de futebol consiste num processo de disciplinamento, adaptação, socialização, adestramento, desenvolvimento e aperfeiçoamento das potencialidades físicas e técnicas do atleta, além da administração do seu potencial genético. Trata-se de um processo disciplinador, pedagógico e civilizatório, caracterizado pela regulamentação, controle, institucionalização e racionalização. O jogador de futebol é uma força de trabalho, produto do disciplinamento, treinamentos físicos, técnicos e táticos e do desenvolvimento de suas capacidades genéticas.This work investigates the relationship between modernity, discipline and the formation of professional soccer players. It discusses modern soccer as a disciplining institution with rules, norms and scientific principles (positivities, which is aimed at producing, manipulating, individualizing, coaching and improving the individual's body and making the player docile and utilitarian. Modernity, characterized by secularization, subjectivation, the triumph of instrumental rationality, the mastering of nature and the emergence of the modern individual, makes human beings into a knowledge object. The empirical field of this investigation is composed by minor

  2. Extraterritorialidade e modernidade na literatura hispano-americana: o caso de Octavio Paz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Batista dos Santos Hasmann

    2013-11-01

    Full Text Available Em Extraterritorial (2002, George Steiner problematiza a relação que alguns escritores estabelecem com línguas não maternas e a forma como esse contato pode enriquecer suas obras. O crítico levanta algumas questões a partir da língua inglesa promovendo desenvolvimento estético em autores como Nabokov e Beckett. Dentre os escritores hispânicos, Steiner coloca o exemplo de Jorge Luis Borges. Esse fenômeno observado por Steiner encontra paralelos com as reflexões do poeta e ensaísta mexicano Octavio Paz sobre a modernidade, especificamente nos ensaios “Nossa literatura é moderna?” (1990a e “A respeito da literatura hispano-americana” (1990a. O que aproxima os conceitos de extraterritorialidade e modernidade é justamente o deslocamento entre países e a aquisição de outra língua decorrente do trânsito territorial. A partir da discussão desses dois conceitos, o artigo investiga alguns aspectos da poesia e da ensaística do próprio Octavio Paz. 

  3. Ensaio sobre desenvolvimento humano na pós-modernidade Ensayo sobre desarrollo humano en la pos-modernidad Essay on human development in the post-modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Damásio Abib

    2008-09-01

    Full Text Available Neste ensaio, o conceito de desenvolvimento humano na pós-modernidade apóia-se em uma filosofia pós-moderna de direitos humanos, e na modernidade apóia-se em uma filosofia moderna de direitos humanos. O Estado moderno fracassou na realização da filosofia moderna dos direitos humanos. Uma filosofia pós-moderna de direitos humanos deixa para trás a filosofia moderna de direitos humanos. Isso significa abandonar o fundacionismo ético e as grandes narrativas emancipatórias de desenvolvimento humano. Sugerimos que uma ética pragmatista da alteridade e uma política pós-moderna da alteridade podem contribuir para elaborar uma filosofia pós-moderna de direitos humanos.En este ensayo, el concepto de desarrollo humano en el pos-modernidad es apoyado en una filosofía pos-moderna de los derechos humanos y en la modernidad, es apoyado en una filosofía moderna de los derechos humanos. El Estado moderno fracasó en la realización de la filosofía moderna de los derechos humanos. Una filosofía pos-moderna de derechos humanos deja atrás la filosofía moderna de derechos humanos. Lo que significa abandonar el fundacionismo ético y las grandes narrativas emancipatorias del desarrollo humano. Sugerimos que una ética pragmatista de la alteridad y una política pos-moderna de alteridad pueden contribuir en la elaboración de una filosofía pos-moderna de derechos humanos.Whereas the concept of human development in post-modernity is supported by a post-modern philosophy of human rights, in modernity it is supported by a modern philosophy of human rights. The modern State has failed in the modern philosophy of human rights and the post-modern philosophy of human rights has laid aside a modern philosophy of human rights. This means that ethical foundationalism and emancipatory great narratives of human development have been discarded. We suggest that a pragmatist ethics of alterity and a post-modern policy of alterity may be a help in the

  4. MODERNIDADE E MODA EM ESAÚ E JACÓ, DE MACHADO DE ASSIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GEANNETI TAVARES SALOMON

    Full Text Available Resumo Este estudo propõe uma análise crítica e literária sobre a modernidade e a moda presentes na obra Esaú e Jacó, de Machado de Assis. Procuro refletir sobre a forma com que o escritor se apropria de realidades sociais cotidianas, relativas à modernidade de seu tempo e à moda, e as imprime nas estratégias de criação literária por meio de fatos reais entrelaçados às suas personagens, criando no espaço ficcional traços marcadamente relevantes para se observarem essas realidades. O pano de fundo da narrativa é o Rio de Janeiro do século XIX, momento em que ocorrem a crise do Império, a abolição da escravatura e o início da República. A obra permite perceber as relações sociais e profissionais masculinas, bem como o posicionamento da mulher nessa sociedade.

  5. Liberdade, lei natural e direito natural em Hobbes: limiar do direito e da política na modernidade Freedom, natural law and natural right in Hobbes: threshold of law and politics in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Maruyama

    2009-01-01

    Full Text Available Liberdade e poder são dois temas que se correlacionam ao longo da história da filosofia política moderna. Nos textos de Hobbes, a ideia da liberdade como ausência de impedimentos às ações ajuda-nos a pensar o dever de obediência ao poder soberano e as relações entre política e direito. Uma situação de vácuo jurídico, em que tudo é permitido, faz-se, contudo, impossível, de modo que a solução de Hobbes consiste em sustentar a ideia do direito natural como direito originário individual vinculado à preservação da vida. Suas ideias do direito natural e da lei natural, que servem de fundamento ao dever de obediência ao soberano, amparam-se em princípios jurídicos, teológicos e biológicos. Tais princípios, entretanto, não dão conta da questão da extensão do poder soberano. Hobbes recorre à análise da linguagem. Sua teoria contratual afirma o princípio de preservação da vida na base da política e sustenta a ideia da criação e da manutenção do poder soberano no ato de linguagem implicado na estrutura representativa do pacto político.Liberty and power are two subjects correlated along the history of the political modern philosophy. In the texts of Hobbes, the idea of liberty as absence of impediments to the actions helps us to think the duty of obedience to the sovereign power and the relations between politics and right. A situation of legal vacuum, in which everything is allowed, is, nevertheless, impossible, so that the solution of Hobbes consists in supporting the idea of the natural right like original individual right linked to the preservation of the life. His ideas of the natural right and of the natural law, which serve of basis to the duty of obedience to a sovereign, lean on legal, theological and biological principles. In spite of that, such principles do not surround the question of the extension of the sovereign power. Hobbes resorts to the analysis of the language. His contractual theory affirms

  6. Pentecostalismo, urbanização e modernidade: análise histórica do crescimento da Assembléia de Deus na cidade de Imperatriz (MA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bertone de Oliveira Sousa

    2009-09-01

    Full Text Available

    O presente artigo analisa o processo de crescimento da Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Imperatriz(IEADI, na cidade de Imperatriz, segunda maior do Estado do Maranhão. Analisa-se os aspectos históricos de sua urbanização e modernização, sobretudo a partir da década de 1950, o crescimento dessa instituição religiosa paralelo ao da própria cidade, bem como a formação de uma identidade religiosa pentecostal. Investiga-se também as peculiaridades da modernização latino-americana que propiciaram a expansão pentecostal nas últimas décadas neste continente, enfocando sua repercussão na cidade de Imperatriz.

  7. Sistemas de teorías : esquema de Modernidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Vieira Da Almeida

    2006-01-01

    Full Text Available A análise das relações entre TEORIA e HISTÓRIA, leva-nos a admitir uma nítida distinção entre MODERNIDADES, consideradas estas como grandes paradigmas culturais e MODERNISMOS que corresponderão apenas a específicas expressões profissionais. De qualquer maneira, umas e outras, todas desenvolviam a ideia da necessidade de grandes e hegemónicos centros culturais que deveriam ser seguros guias para a evolução da cultura no mundo. Contrariamente à ideia de uma geral e um pouco arrogante noção de GLOBALISAÇÃO cultural, defendo a ideia de que estamos neste momento a viver como que uma aurora de um novo paradigma cultural —a POSTMODERNIDADE— em que já não são necessárias capitais da cultura, nem se equaciona sequer a existência de culturas dominantes.The analysis of the deep relationships between THEORY and HISTORY, forces us to consider a sharp distinction between MODERNITIES, as great cultural paradigms and MODERNISMS as specific professional expressions. Anyway all of them maintain the idea of the need of great and hegemonic cultural centres, leading the evolution of world’s culture. Contradicting the idea of a general and somehow arrogant cultural GLOBALISATION, I maintain the idea that we live today the down of a new paradigm —the POST MODERNITY— where no more capitals of culture are necessary, no more dominant cultures are considered.. Nowadays each culture assumes its own values and particular evolution, though keeping with total responsibility an equal terms dialogue with all other cultures all over the world.

  8. Entre a modernidade e a pós-modernidade: discurso e ensino = Between modernity and postmodernity: speech and teaching = Entre la modernidad y postmodernidad: discurso y ensenãnza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coracini, Maria José Rodrigues Faria

    2014-01-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo principal discutir o ensino de línguas, hoje, no contexto da chamada pós-modernidade, a partir de dois filmes e da obra O mestre ignorante, de Jacques Rancière. Num primeiro momento, discute rapidamente o contexto atual da pós-modernidade, para, em seguida, discutir uma possibilidade de ensino em geral e de línguas em particular. Propõe-se refletir sobre o mestre que ignora o que o aluno sabe, mas confia nas capacidades desse aluno, posição diferente da do “mestre transmissor de conhecimentos”, cujo ensino se pauta na racionalidade e se centra no professor. O mestre ignorante não indicia a falta de conhecimento na área em que atua, mas a abertura deixada por ele para que o aluno se posicione, se enganche em seu saber; o professor passa a funcionar, então, como “sujeito suposto saber”, como aquele que abre espaço para o desejo do aluno, para seus interesses, para a busca de conhecimento. Não seria essa uma boa maneira de instaurar a “verdadeira” aprendizagem, aquela que passa pelo corpo e se faz corpo, tornando do sujeito o que vem do outro, transformado pela singularidade de cada um? Nesse sentido, talvez não seja possível ensinar uma língua, mas é sempre possível criar condições para que a aprendizagem ocorra, com base na escrita de si

  9. Gestión del riesgo y modernidad reflexiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rossana Reguillo

    2002-10-01

    Full Text Available La relación entre el estatuto del saber, los riesgos crecientes en la sociedad contemporánea y la llamada modernidad reflexiva, son la base del ensayo que aquí se desarrolla. Se trata de un ensayo socialmente referido, en la medida en que la “materia prima” de su reflexión lo constituyen las explosiones de gasolina que hace ya diez años sacudieron las entrañas de la ciudad de Guadalajara, ocasionando 210 muertes, miles de heridos, daños materiales aún no del todo cuantificados y de manera fundamental, una transformación de fondo en la manera en que los ciudadanos replantearon su relación con la ciudad. La palabra “riesgo”, se incorporó al vocabulario cotidiano de mujeres y de hombres, y las demandas de justicia, seguridad, información, trastocaron la relación con los “saberes expertos” y las mediaciones y dispositivos sociales para la gestión del riesgo.

  10. GESTIÓN DEL RIESGO Y MODERNIDAD REFLEXIVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rossana Reguillo

    2002-01-01

    Full Text Available La relación entre el estatuto del saber, los riesgos crecientes en la sociedad contemporánea y la llamada modernidad reflexiva, son la base del ensayo que aquí se desarrolla. Se trata de un ensayo socialmente referido, en la medida en que la "materia prima" de su reflexión lo constituyen las explosiones de gasolina que hace ya diez años sacudieron las entrañas de la ciudad de Guadalajara, ocasionando 210 muertes, miles de heridos, daños materiales aún no del todo cuantificados y de manera fundamental, una transformación de fondo en la manera en que los ciudadanos replantearon su relación con la ciudad. La palabra "riesgo", se incorporó al vocabulario cotidiano de mujeres y de hombres, y las demandas de justicia, seguridad, información, trastocaron la relación con los "saberes expertos" y las mediaciones y dispositivos sociales para la gestión del riesgo.

  11. A condição do individuo na modernidade: uma leitura de Marx e Durkheim

    OpenAIRE

    Barbosa, Alan Rangel

    2016-01-01

    O artigo propõe uma breve discussão acerca da concepção de individuo em Marx e Durkheim na sociedade moderna. Ambos concordavam que a transição para a modernidade trouxe problemas sociais, como o individualismo econômico. Porém, discordavam quanto à condição humana: Marx avaliava os trabalhadores, a classe dominada, como incompletos quanto à sua liberdade de agir no mundo, e expressar a sua individualidade, pois é condenado socialmente a subordinar-se a outros para sua sobrevivência; Durkheim...

  12. A imagem e a pós-modernidade: análise do design social francês

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barrosa, Roberta Coelho

    2010-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo fazer uma análise de imagens do design social francês a partir das premissas da pós-modernidade, bem como, conceituar e apresentar esta forma de comunicação visual. A análise foi realizada com base na teoria de Michel Maffesoli e através de entrevistas feitas com profissionais da área. Foram estudadas, então, as características do design social na França e a relação das mesmas com a pós-modernidade. Os resultados sugerem uma forte coincidência de elementos e conceitos entre ambas as partes, o que leva a entender o design social francês como um reflexo desta sociedade pós-moderna. Percebe-se que as características do design social na França são decorrentes de seu contexto e evolução histórica, o que mostra a influência da pós-modernidade nos elementos gráficos deste fenômeno de comunicação

  13. Esporte, futurismo e modernidade Sport, futurism and modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Andrade de Melo

    2007-01-01

    Full Text Available Este estudo tem por objetivo discutir as relações entre o esporte e o Futurismo, um dos mais ruidosos, influentes e polêmicos movimentos da vanguarda artística européia no pré Primeira Grande Guerra. Cremos que tal discussão pode nos permitir melhor desvendar os papéis ocupados por essas importantes práticas sociais (esporte e arte, a partir de seus diálogos, na construção do ideário e do imaginário da modernidade nas décadas iniciais do século XX. Para alcance do objetivo, dialogamos com as idéias de Peter Burke (2004 sobre a possibilidade de construir uma "história cultural da imagem" ou uma "antropologia histórica da imagem". Optamos ainda por conceder ênfase à análise de obras e manifestos da primeira fase do Futurismo. Esperamos, assim, dar prosseguimento a nossos esforços de promoção de uma "arqueologia social" do fenômeno esportivo, desvendando sua presença nas mais diferentes redes e teias sociais.This study objective is to discuss the relations between sport and Futurism, one of the noisiest, influential and controversial movements of the European artistic vanguard. We believe that by this study we can discuss about the importance of these social practices (sport and art, considering the dialogues between them, as well as the construction of modernity imaginary in the 20th century first decades. Aiming this objective, we search to dialogue with Peter Burke ideas (2004 about the possibility of building a "cultural history of the image" or a "historical anthropology of the image". We have emphasize masterpieces and manifests analyses of Futurism first phase. We hope that our efforts can contribute to the promotion of a "social archaeology" of the sport, unmasking its presence in the social context.

  14. Imagens sedutoras da modernidade urbana: reflexões sobre a construção de um novo padrão de visualidade urbana nas revistas ilustradas na década de 1950

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles Monteiro

    2007-06-01

    Full Text Available Este artigo contém resultados parciais de pesquisa em andamento sobre a construção de uma nova visualidade urbana na década de 1950 nas revistas ilustradas brasileiras, visando problematizar a forma como esses veículos de comunicação geriram e deram a ver através da fotografia a imagem de um país em transformação e em acelerado processo de urbanização. Inicialmente, abordamse questões gerais sobre a forma de edição das revistas ilustradas e o formato das fotorreportagens para, posteriormente, apresentar-se um estudo de caso sobre a Revista do Globo nos anos 50.This paper presents partial results of an ongoing research on the creation of a new urban perception in the 1950s illustrated magazines in Brazil. It aims to cast doubt on the way these means of communication managed and worked in the image of a country at a fast pace of change and urban development process through photographs. Firstly, a wide range of matters concerning the way these magazines were edited alongside the layout of the photos in the articles are discussed. After that, a case study about the Revista do Globo in the 50s is presented.

  15. Edgar Allan Poe e a Modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michel Goulart da Silva

    2011-03-01

    Full Text Available Este artigo discute a obra do escritor estadunidense Edgar Allan Poe como expressão do período conhecido como Modernidade, analisando a forma como problematizou o homem produzido sob as relações de produção capitalistas. Longe do heroísmo de alguns escritores e do realismo de outros, Edgar Allan Poe fez uma literatura que não era nem “nacional” nem “popular”. Sem estar comprometido com o espírito dos “heróis” pioneiros que construíam os Estados Unidos, Edgar Poe foi quem melhor entendeu o que se passava em seu país, ao procurar na alma do homem as mais profundas representações de sua época.

  16. Metrópolis y Modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inae Elias Magno da Silva

    2002-07-01

    Full Text Available L a modernidad es posiblemente la más importante temática desarrollada por el pensamiento social en los dos últimos siglos. Su transformación en objeto de análisis sociológico transcurre de la doble aceptación de que, por un lado, este es un fenómeno histórico de características sociales, culturales, políticas y económicas distintas de todos los períodos históricos, de todas las formaciones sociales y del mundo occidental europeo a partir de los tres o cuatro últimos siglos (Giddens, 1991; y, por otro lado, de gue el fenómeno moderno implica en sí la cualidad de "occidentalización" del mundo, es decir, posee un fuerte potencial de expansión y generalización más allá de su origen.

  17. Ambivalência, gênero e modernidade capitalista: a França na era da flexibilidade Ambivalence, gender and capitalist modernity: France in an era of flexibility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabelle Berrebi-Hoffman

    2009-06-01

    Full Text Available Tanto a situação na França quanto os quadros de referência teóricos usados para analisar a flexibilidade evoluíram consideravelmente nos últimos vinte anos. Nosso artigo pretende descrever essa transformação e defender uma tese específica. O mundo moderno pós-Ford apresenta dois novos aspectos quando comparado ao que fora descrito na análise funcionalista tradicional: por um lado, as tensões inerentes à natureza ambivalente da flexibilidade são vistas hoje como questões mais pessoais; por outro, a ambivalência não é mais encarada como puramente disfuncional, mas tem um aspecto positivo. À luz desse novo quadro de referência, apresentaremos inicialmente o cenário dos vários debates sobre flexibilidade na França, e mostraremos, em seguida, as relações entre flexibilidade e ambivalência sociológica, antes de apresentarmos os dados empíricos que sustentam nossa tese.Both the situation of employment in France and the frameworks used to analyse flexibility have evolved considerably over the last twenty years. The paper aims to describe this transformation and defend a particular thesis. Our post-Ford modern world has two new aspects when compared with the traditional functionalist analysis: on the one hand, the tensions inherent in the ambivalent nature of flexibility are today seen as more personal issues, and on the other, ambivalence is no longer seen as purely dysfunctional, but to have a possible positive aspect. Given this new framework, the paper first presents the background to the various debates on flexibility in France, and then shows the links between flexibility and sociological ambivalence before presenting empirical data in support of the thesis.

  18. Esporte de alto rendimento: produção social da modernidade - o caso do vôlei de praia High performance sports: a social production of modernity - the beach volleyball model

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marília Maciel Costa

    2007-04-01

    Full Text Available O estudo, inicialmente, apresenta a inserção do esporte nos tempos modernos com o objetivo de resgatar e discutir a estruturação da produção do esporte de alto rendimento no Brasil. A modalidade vôlei de praia serviu de modelo empírico e procurou-se verificar, durante o levantamento dos dados coletados, a forma e os valores que predominavam no ambiente social em que se desenvolvia essa modalidade. Para isso, foram focalizadas as relações que se processavam no decorrer de sua estruturação e procurou-se verificar o grau de influência que elas sofreram diante das mudanças estruturais capitalistas e de novas situações conjunturais. Concluiu-se que o vôlei de praia brasileiro, na verdade, mesmo apresentando problemas inerentes à própria condição de esporte de alto rendimento, e diante das muitas adversidades que enfrenta no cenário social nacional, tem ocorrido com base nos valores ditados pelo "profissionalismo", suplantando os valores de uma cultura "amadorística" e tradicional, predominante no universo esportivo nacional.The study examines sports in modern times. The objective of this was to retrieve and discuss the structuring of high performance sports production in Brazil. Beach volleyball served as a model. During the data collection process, aim was made to ascertain the forms and values that are predominant in the social environment of beach volleyball. For this, focus was placed on the relationships that developed during the structuring process and attempt was made to verify how such relationships were influenced by the capitalist-structural changes and the new settings that resulted therefrom. The study concluded that despite having problems that are inherent to the sport's being highly performance-oriented, and in light of many adversities faced in the national scenario, Brazilian beach volleyball is based on the values dictated by professionalism that overcome values of the amateur-like and traditional culture that

  19. A questão do sentido e do sagrado na modernidade = The question of meaning and sacred in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Perine, Marcelo

    2014-01-01

    Full Text Available O texto parte de uma compreensão da modernidade nos termos de uma virada antropológica, que caracteriza a cultura ocidental a partir do século XVII. As figuras de Descartes e de Hobbes assinalam, respectivamente, a descoberta da subjetividade e do indivíduo. Em seguida, reflete sobre o problema de Deus no discurso filosófico: a atitude da fé é tematizada na compreensão do homem como imagem de Deus e do mundo como estrutura racional teleologicamente ordenada para Deus. Finalmente, o texto propõe a compreensão da experiência religiosa e da contingência nos termos de uma experiência do sentido, pela qual o ser humano pode abrir-se para a atitude da fé radical como reconhecimento do que dá sentido à existência de cada um

  20. Modernidade e o desprezo pela tradução como objeto de pesquisa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosemary Arrojo

    2001-02-01

    Full Text Available

    O principal objetivo deste trabalho é comparar as relações estabelecidas entre a teoria literária e os estudos da tradução e seus respectivos objetos de pesquisa. Os estudiosos das duas áreas, interessados em abordagens pretensamente objetivas e em organizar seu campo de atuação, têm deparado com a dificuldade de definir seu objeto de pesquisa e de delimitar sua área. Apesar de haver uma diferença em relação às metas que envolvem as expectativas de sistematização, os projetos de constituição de disciplinas autônomas associados à modernidade reiteram atitudes e concepções arraigadas no imaginário de uma cultura fundada a partir do ideal impossível da imortalidade.

  1. Concepção de criança na pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adelma Pimentel

    Full Text Available O artigo apresenta uma perspectiva sintética da concepção de criança, pontuando questões relacionadas à pós-modernidade e ao problema da violência sexual intrafamiliar, o que faz parte da revisão bibliográfica para a elaboração de dissertação do Mestrado em Psicologia Clínica e Social da UFPA. As reflexões são articuladas através dos pontos de vista da Psicologia e da terapia ocupacional, pois a primeira é a base do nosso mestrado, e a segunda, do campo de atuação. O pensamento pós-moderno valoriza o singular e o idiossincrático, assim, apreender o discurso sobre a criança nos remete à importância de compreender o que elas próprias pensam e sentem sobre a sua condição infantil. A Psicologia da qual nos valemos oferece, para as análises, o conceito de nutrição psicológica, que diz respeito ao provimento, pelos cuidadores, de alimentos positivos capazes de permitir à criança desenvolver-se de modo criativo e saudável; além desse conceito, a terapia ocupacional apresenta o de atividades expressivas.

  2. A modernidade líquida na ciberpoesia de Antero de Alda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Silva

    2012-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n2p337   Este artigo propõe uma leitura das representações damodernidade líquida” na obra de Antero de Alda, web-poeta português contemporâneo,  que produz e dissemina sua poesia em meio digital. O autor, recorrendo à convergência de mídias, elabora suas páginas numa composição dinâmica e multidimensional pelo uso de recursos de áudio e vídeo, fotografia, animações, narrativas, poesia cinética e multimídia. A pesquisa desenvolveu-se a partir da análise, interpretação e exercícios de reescrita dos poemas disponíveis no sítio do autor, considerando-se as dimensões referencial e simbólica da linguagem poética e das suas produções hirpermídia. O cerne das análises, nesse enfoque, são as proposições de Zygmunt Bauman sobre as transformações socioculturais do início do século XXI, quando apresenta e discute o conceito de “modernidade líquida”, numa contextualização da literatura eletrônica.

  3. Ambivalência e medo: faces dos riscos na modernidade Ambivalence and fear: facets of the risks in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Chaves de Brito

    2008-12-01

    Full Text Available No diagnóstico da modernidade, incerteza e insegurança - e portanto o medo - são elementos presentes. Partindo dessa constatação, este trabalho tem por objetivo descrever os efeitos ambivalentes do medo sobre a sociedade contemporânea. Nesta tentativa, busca-se o apoio de diversas teorias sociais que, embora não enfoquem o medo, mostram de certa forma os riscos constantes do processo de modernização. Por outro lado, isso permite separar a crítica social que ainda tenta continuar pensando a modernidade com base nas premissas conceituais da razão ocidental, de uma outra, que por sua própria fadiga proclama sua autodestruição. Entende-se aqui que se despedir da razão e considerar o movimento autônomo da modernidade é fazer surgir um processo que apenas garante a modernização do medo.In the diagnosis of the modernity, uncertainty and insecurity - and therefore the fear - they are present elements. Leaving of that verification, this work has for objective to describe the ambivalent effects of the fear on the contemporary society. In that attempt, the support of several social theories is looked for that, although they don't focus the fear, they show the constant risks of the modernization process in a certain way. On the other hand, that allows to separate the social critic, that it still tries to continue thinking the modernity with base about the conceptual premises of the western reason, of another one, that for your own fatigue proclaims your self-destruction. Understands each other here that to say good-bye of the reason and to consider the autonomous movement of the modernity is to do a process that just guarantees the modernization of the fear to appear.

  4. ESPAÇOS DA PÓS-MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiquel Röhrig

    2014-12-01

    Full Text Available In this essay, I discuss the concept of postmodernity. My starting point is that the postmodernity exists. However, unlike what usually claim the theoretical and despite the idea of globalization, I think postmodernism is precisely the multiplicity of ways of life, and the fact that, in the same space, people can live with thoughts, values and ways of life differents.

  5. Imagens no espelho de Vênus: mulher, enfermagem e modernidade Imágenes en el espejo de Venus: mujer, enfermería y modernidad Images in the Venus' mirror: woman, nursing and modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martha Cristina Nunes Moreira

    1999-01-01

    Full Text Available Objetivamos discutir o processo de construção da identidade profissional de enfermagem no marco da modernidade. Utilizamos como âncoras as categorias de gênero (Lobo, 1991 e pessoa moderna (Duarte, 1986. A modernidade como processo histórico situa a emergência do trabalho como categoria chave na relação público x privado. Entendendo a carreira como uma forma de construção e apresentação pública da pessoa moderna, discutimos o processo de construção da identidade profissional de enfermagem na relação com sua base feminina. Trabalhando a literatura etnográfica destes profissionais, vemos atualizado um imaginário que atribui à posição feminina da profissão grande parte de seus dilemas: crise de competência técnica, vocação e identidade.El objetivo de esta investigación fue discutir el proceso de identidad de enfermería en el marco de la modernidad. Usamos como puntos de apoyo las categorías de género (LOBO, 1991 y de persona moderna (DUARTE, 1986. La modernidad como proceso histórico situa el surgimiento del trabajo como categoria clave en la relación entre lo público y lo privado. Entendiendo la carrera como un proceso de construcción y presentación pública de la persona moderna; discutimos el proceso de construcción de la identidad profesional de enfermería en relación con su base femenina. Trabajando la literatura etnográfica de estos profesionales, vemos actualizado un imaginario que atribuye a la posición femenina de la profesión grán parte de sus dilemas: crisis de competencia técnica, vocación e identidad.This paper discusses the process of nursing professional identity construction in modernity. We utilize the ideas of category gender (Lobo, 1991 and modern person (Duarte, 1986. The modernity as a historical process establishes the emergence of work as a central category in the public X private relationship. Understanding the profession as form of construction and public presentation of the

  6. Modernidade em exposição

    OpenAIRE

    Moreira, Adilson de Souza

    2013-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade, Florianópolis, 2013. Fixamos nossa atenção à cognição da cidade moderna, a partir de Paris, fruto da Revolução Industrial. Discorremos sobre a evolução dos equipamentos urbanos, em particular a avenida, o saneamento, redes de água, esgoto, eletricidade, vias urbanas, transportes, caracterizando o contexto histórico e social, a formaç...

  7. A relação corpo-natureza na modernidade The body-nature relation in the Modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulce Suassuna

    2005-04-01

    Full Text Available O trabalho apresenta uma reflexão teórica sobre o significado da relação corpo-natureza tomando como contexto a modernidade. O debate teórico proposto subsidia-se na teoria social, seguindo como referencial o pensamento weberiano no que concerne à sua visão sobre a modernidade. Ampara-se em Habermas para mostrar que na modernidade o quadro configurado se constrói por meio de rupturas que se processam como conseqüências patológicas do mundo natural, momento em que se permite discutir a relação homem (corpo e meio ambiente (natureza. A recuperação da contribuição de Habermas ocorreu por meio do texto clássico Teoria da Ação Comunicativa e da leitura de Goldblatt no seu livro Teoria Social e Ambiente. Além desses autores, outros são utilizados dentro dessa linha de pensamento, entretanto, pretendendo-se fugir da visão instrumentalista, buscou-se em Mauss, por meio da teoria do fato social total e da noção de técnicas corporais, um esforço teórico para uma possível justificativa da perspectiva da interdisciplinaridade entre o campo disciplinar das Ciências Sociais e a Educação Física e, por conseguinte, do desporto.This paper presents a theoretical reflection about the meaning of the body-nature relation, taking Modernity as a context. The theoretical discussion proposed here is subsidized by the social theory, following the weberian thinking as a reference, where it concerns the view of Modernity. It uses Habermas to show that in modernity the shaped picture is built by means of breaches which occur as pathological consequences of the natural world; moment in which the man (body-environment (nature relation can be discussed. The recovery of the contribution of Habernas happened through the classic text Theory of the Communicative Action and the reading of Goldblatt in his book Social and Environment Theory. Besides these authors, others are used within this line of thought. However, attempting to dodge the

  8. Brincadeira do reisado na modernidade – identidade cultural que navega entre resistência e transformação * The revel of ‘reisado’ in modernity – cultural identity that navigates between resistance and transformation

    OpenAIRE

    SOUSA, LUCIANO DE MELO

    2014-01-01

    Resumo: O artigo analisa o reisado da comunidade Cipó de Baixo a partir do dinamismo cultural que movimenta as construções de identidades na modernidade. Individualidade, planejamento, mercantilização e a transformação de tradições culturais em folclore são elementos tomados para analisar as mediações entre a brincadeira do reisado e a modernidade. Entende-se que as práticas culturais tracionais, necessariamente, dialogam com as possibilidades colocadas pela sociedade moderna num processo con...

  9. Humanidade, saúde e crise de corporeidade na pós-modernidade = Humanity, health and crisis in post-modern corporallity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado, Renato Ferreira

    2011-01-01

    Full Text Available O artigo estuda a crise de corporeidade na pós-modernidade. A atual obses- são por produtividade e sucesso desfigura a consideração do corpo hu- mano, esvaziando-o de humanidade. Para recuperá-la, é necessário levar em conta não apenas valores vigentes, como a busca da juventude eterna, o consumismo e a saúde, mas também entender o corpo à luz dos valores da antropologia e soteriologia cristãs, que afirmam a ressurreição da carne e a vida eterna

  10. La escritura de los examenes escolares e ideas de modernidad, 1884-1912 - Schools written examinations and modernity ideas: 1884-1912

    OpenAIRE

    Rosalía Méníndez Martínez

    2011-01-01

    A ESCRITA DOS EXAMES ESCOLARES E IDÉIAS DE MODERNIDADE, 1884-1912 Resumo O objetivo deste artigo é abordar um interessante tema da cultura escrita, o da escrita dos exames escolares. No final do século XIX, no México, se experimentou um processo de modernização no âmbito econômico, o qual impactou o sistema educativo; neste contexto as práticas escolares foram alteradas e este foi o caso da escrita dos exames para a educação primaria, o modelo de apresentação oral foi substituído pelo escrito...

  11. (Pós Modernidade, Razão e Religião Cristã: o Pensamento de Zygmunt Bauman e José Maria Mardones

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Donizeti da Silva

    2014-03-01

    Full Text Available SILVA, Roberto Donizeti da. (Pós Modernidade, Razão e Religião Cristã: o Pensamento de Zygmunt Bauman e José Maria Mardones. 2013. 98p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião, Belo Horizonte.

  12. A CONDIÇÃO DE PROLETARIEDADE NA MODERNIDADE SALARIAL – POR UMA ANALÍTICA EXISTENCIAL DO PROLETARIADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanni Alves

    2012-07-01

    Full Text Available Nosso objetivo neste ensaio é apresentar o conceito de condição de proletariedade, considerado por nós como a condição existencial fundamental (e fundante da modernidade do capital, que implica homens e mulheres despossuídos dos meios de produção de sua vida social, na situação de “classe social” do proletariado. A “classe” (entre aspas do proletariado é o conjunto social de homens e mulheres, alienados da propriedade/controle social dos meios de produção da vida, que estão subsumidos a uma condição existencial histórico-particular – a condição de proletariedade. 

  13. Interdisciplinaridade: a construção de novos valores sociais na pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio Dutra

    2012-04-01

    Full Text Available Procuro demostrar neste ensaio as intervenções que a área educacional vem sofrendo do modelo econômico vigente nas diferentes fases da História. As mudanças ocorridas no sistema capitalista alteram significativamente o papel social que as escolas desempenham junto à sociedade. A Pós-Modernidade tem provocado muitas transformações nos valores cultuados pela sociedade e gerado novos valores que devem ser trabalhados como a flexibilidade, a autonomia, a ética, a estética e outros. Atualmente os professores têm a incumbência de participar na elaboração do projeto político-pedagógico da sua escola. Este fato estabelece a oportunidade de ações interdisciplinares para a melhoria da educação.

  14. Ordem e consumo: a modernidade sem modernismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio César Pompeu

    2008-09-01

    Full Text Available Este trabalho pretende demonstrar que os discursos modernos de legitimação da ordem política, baseados em teses contratualistas, acabam por criar uma contradição entre indivíduo e sociedade na qual o indivíduo é deslegitimado como sujeito ativo da política. Tal deslegitimação, associada a uma cultura de mercado, favorece políticas de exclusão social por meio de processos de subjetiva ção que desumanizam os excluídos da cadeia de consumo. Palavras-chave: Teoria política; contratualismo; legitimação; individualismo; subjetividade; exclusão social; Foucault; Freud. ABSTRACT This research work intends to demonstrate that the modern arguments based upon the contractual theories about the legitimation of the political order, create an enormous contradiction among the individuals and the society in which they become disabled as an active part in the political scenery. As a matter of fact, the mentioned situation and its association to a market culture ends up favoring policies of social exclusion through processes of subjectivism which dehumanize the ones excluded from the consumption chain. Keywords: Political theory; contractual theory; legitimation; individualism; subjectivity; social exclusion; Foucault; Freud.

  15. Inserção das tecnologias digitais na educação: tessitura identitária docente na modernidade tardia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janicleide Vidal Maia

    2017-11-01

    Full Text Available Neste artigo, por meio de um estudo de caso a partir de relatos proferidos por uma professora do Ensino Básico, objetivamos, à luz da perspectiva da Teoria Sistêmico Funcional (HALLIDAY e MATTHIESSEN, 2004, perscrutar nuanças da nova identidade docente no contexto de inserção das tecnologias digitais na sala de aula, considerando o posicionamento da professora acerca da sua própria identificação e sua atitude reflexiva em relação a sua prática pedagógica. O resultado da pesquisa permite vislumbrar o processo de incompletude da identificação na modernidade tardia e indica a constituição de uma identidade docente em formação.

  16. Contingência e direito positivo: o paradoxo do direito na modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisse Costa de Queiroz

    2004-12-01

    Full Text Available Este artigo tem por objetivo apresentaraos leitores uma reflexão téorico-socialdo positivismo jurídico como paradigmaou matriz teórica que condiciona e interferenas construções científicas sobre o sistemajurídico na modernidade. Tal empenhotem como ponto de partida a consideraçãoque o direito positivo diferencia-se e estrutura-se na modernidade com um sistema quepretende dar conta da extrema contingênciade uma sociedade complexa como a sociedademoderna. Para tanto há a necessidade deadministrar e “controlar” a contingência domundo dos fatos e isso faz com que o direitoneutralize tal complexidade dentro do própriosistema. Essa diferenciação (evoluçãodo direito reflete-se nas teorias sobre o direito,culminando numa ruptura drástica daciência do direito ou da dogmática jurídicacom fundamentos valorativos para o direito.Contudo, essa tentativa também gera um paradoxo, qual seja: a normatização da vida(seleção, leva, necessariamente, à exclusãode outras possibilidades. Tento em vista ateoria sociológica luhmmaniana e à guisa deconclusões fechadas, tenta-se discutir esseparadoxo do direito moderno.This paper aims on presenting atheoretical-social reflection on legalpositivism as a paradigm through atheoretical matrix that restricts and interfereson scientific productions about the legalsystem in modern times. Such pledge beginsconsidering that the positive rights differand are structured on modernity, with asystem that aims on solving the extremecontingency of a complex society as themodern one. So, it is important to manageand “control” the world of fact contingencyand this helps law to neutralize suchcomplexity inside the own system. Thisevolution at law reflects on theories aboutlaw, ending in a drastic break of law scienceor legal doctrinaire full of valuable principlesfor law. However, this attempt also producesa paradox, which is: the ruling of life(selection leads, necessarily, to exclusion ofother

  17. Andrade, Darío, Lugones: Indecidibilidad, modernidad y poesía

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Scramim

    2009-06-01

    Full Text Available Este texto quiere señalar que lo que se comprendió como causa de la modernidad secuestrada en América Latina, o sea, las máscaras del modernismo como causa de una modernidad periférica, fuera de lugar etc., no actuó como impeditivo de una auténtica modernidad, o una modernidad democrática civilizada occidental en esta parte del continente americano, sino actuó y actúa como una contrafaz inherente al proceso de modernización no sólo de América Latina sino que es la contrafaz de la modernidad en el occidente.

  18. Bernard Rudofsky. Desobediencia crítica a la modernidad.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.a Carmen Díaz Ruiz

    2014-01-01

    Full Text Available El Centro José Guerrero de Granada acogió durante esta pasada primavera la exposición Desobediencia crítica a la modernidad, centrada sobre la producción del arquitecto austríaco Bernard Rudofsky (Moravia, 1905-Nueva York, 1988. Las tres plantas del centro granadino sirven para articular el discurso en estratos que nos acercan a la producción cultural llevada a cabo por Rudofsky durante el pasado siglo XX y la vigencia de sus postulados cincuenta años después.

  19. René Girad y la paradoja de la modernidad

    OpenAIRE

    Garagalza, Luis

    2007-01-01

    El trabajo analiza la naturaleza paradójica de la modernidad occidental, por una parte, el Estado nacional, la ciencia y el mercado, las grandes instituciones modernas, se despliegan como dispositivos de pacificación para acabar con las guerras de religión que asolaron Europa al final de la edad media, pero, por otra parte, tales maquinarias creadas para acabar con el miedo crean a su vez nuevos implantes del miedo, la espantosa Shoah, que ponen en cuestión las premisas anteriores. El autor i...

  20. Alvar Aalto, el maestro de la modernidad renovada

    OpenAIRE

    González Capitel, Antón

    1996-01-01

    4. Alvar Aalto, el maestro de la modernidad renovada 4. 1. La obra aaltiana después de clasicismo nórdico y hasta la biblioteca de Viipuri 4. l. l. Composición por partes, linealidad y diversidad de relación entre forma y estructura 4. 1. 2. Forma y estructura en el periódico de Turku 4. l. 3. Complejidad del método en la biblioteca de Viipuri 4. 2. Los apriorismos formales como método de proyectar: la forma ondulada 4. 2. 1. La ondulación como forma apriorística: el pabel...

  1. Diez tesis sobre la crisis de la modernidad

    OpenAIRE

    Toledo, Víctor M.

    2013-01-01

    Se hace una apretada síntesis de lo que significa la crisis de la civilización industrial o moderna, a partir de una mirada histórica que contempla el paisaje completo del pasado humano y de la vida. Se plantea que el dilema central es entre tradición y modernidad, y que para remontar la crisis se requiere remontar el dominio del racionalismo, la dependencia de la energía fósil, el abandono al que se ha condenado al individuo y la fase corporativa del capitalismo. Se identifica la construcció...

  2. Disenchantment of the world and ethics in pedagogical action: reflections upon Max Weber

    OpenAIRE

    Carvalho, Alonso Bezerra de

    2010-01-01

    Este artigo, de caráter teórico, apresenta ideias do pensamento weberiano, destacando aquelas que fornecem elementos para se pensar a educação na atualidade, sobretudo a partir de sua compreensão da modernidade. Desencantamento do mundo é o conceito-chave de sua sociologia, tomado como referência para refletir sobre o significado que a ciência e o professor podem ter hoje. Autor clássico, a interpretação que Max Weber faz do mundo moderno traz às nossas reflexões temas os mais diversos, influ...

  3. O cuidado de enfermagem na pós-modernidade: um diálogo necessário El cuidado de enfermería en la pos-modernidad: un dialogo necesario Nursing care in post-modernity: a necessary dialogue

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Mário Pessoa Júnior

    2012-09-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta uma reflexão do cuidado de enfermagem na pós-modernidade sob um diversificado referencial teórico. Buscou-se, inicialmente, uma aproximação sobre o tema da pós-modernidade e sua caracterização geral; posteriormente fez-se um resgate sobre as concepções históricas e conceituais do cuidado de enfermagem, e, finalmente, discutiu-se, especificamente, o cuidado de enfermagem na pós-modernidade na perspectiva de um diálogo e das novas demandas sociais. Reafirma-se a necessidade da efetivação do cuidado de enfermagem pautado nos valores éticos e humanos entre os sujeitos envolvidos na prática marcada por encontros humanos.El presente artículo presenta una reflexión sobre el cuidado de la enfermería en la pos-modernidad bajo un diversificado referencial teórico. Se buscó, inicialmente, una aproximación sobre el tema de la pos-modernidad y su caracterización general; posteriormente se hizo un rescate sobre las concepciones históricas e conceptuales del cuidado de enfermería, y, finalmente, se discutió, específicamente, el cuidado de enfermería en la pos-modernidad en la perspectiva de un dialogo, hablando sobre las nuevas demandas sociales emergidas. Se reafirma la necesidad de la oficialización del cuidado de enfermería pautado en los valores éticos y humanos entre los sujetos envueltos en esa práctica señalada por encuentros humanos.The article presents a reflection on nursing care in post-modernity in a diversified theoretical reference. Initially, the objective was an approach on the issue of post-modernity as well as its general characterization; afterwards, a rescue of the historical and conceptual designs of nursing care, were made. Finally, the nursing care was specifically discussed in post-modernity, in a dialogue perspective, mentioning the new social demands. It is also stressed the need of effective nursing care guided by ethical and human values among the subjects involved in the

  4. Escenarios culturales de una modernidad tardía

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio López de la Roche

    1998-04-01

    Full Text Available Los procesos de afirmación de la modernidad en Colombia se consolidan y fortalecen fundamentalmente a partir de la década de los sesenta. El artículo presenta algunos de los escenarios culturales en los cuales se configuran procesos modernizadores y actitudes de modernidad: la consolidación de las Ciencias Sociales como campos autónomos, la secularización, el desarrollo de la industria editorial, la revolución educativa, la influencia de los medios de comunicación y la conformación de una moderna cultura cotidiana de masas. Desde el punto de vista cronológico nos moveremos fundamentalmente en el marco de los últimos cuarenta años (1960-1998, colocando el énfasis, en el tratamiento de los distintos escenarios y fenómenos estudiados, a veces en los años más cercanos a los sesenta, a veces en los más próximos a los noventa, y en ocasiones contrastando hechos y facetas iniciales y posteriores, de los fenómenos abordados.

  5. Crisis de la modernidad. El escenario del siglo XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lasaga, José

    2010-04-01

    Full Text Available Hannah Arendt identifies the end of modernity with the emergence of the totalitarian systems. They represent the failure of a dangerous life style, that of the animal laborans, in which modernity crystallizes, and which leads to the ruin of the public sphere. Totalitarianism is a consequence of the loss of meaning that fermented in the forgetting of political action, during the transition from the 17th to the 19th century, with the restoration of a metaphysical thinking interested in sacrificing the weakness of meaning that is born out of action to an interpretation of History as a totality well built by Reason.

    Hannah Arendt identifica el fin de la modernidad con el surgimiento de los sistemas totalitarios. Estos representan el fracaso de un estilo de vida peligroso, el del animal laborans, en el que cristaliza la modernidad y que conduce a la ruina del espacio público. El totalitarismo es una consecuencia de la pérdida de sentido que fermentó en el olvido de la acción política que se gestó en el tránsito del siglo XVII al XIX, con la restauración de un pensar metafísico interesado en sacrificar la debilidad del sentido que nace de la acción a una interpretación de la Historia como una totalidad bien edificada por la Razón.

  6. O homem sem qualidades: modernidade, consumo e identidade cultural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Pimenta Veloso Rocha

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo pretende analisar a sociedade de consumo como ruptura com a tradição. Uma sociedade tradicional deixa muito pouca coisa à escolha de seus membros; a modernidade, ao contrário, nos oferece todas as escolhas, mas, libertando o homem das instituições que determinavam seu lugar, impõe ao indivíduo a tarefa de criar a si mesmo. O consumo surge como o lugar por excelência desta construção: é aderindo a determinados estilos de vida comportamentos, valores e hábitos de consumo que o homem moderno constrói uma identidade. Palavras-chave: Consumo; modernidade; sujeito; identidade; estilo de vida. ABSTRACT A traditional society leaves litlle choice to its members, since it’s institutions define a priori their identity. Modernity, on the contrary, offers us every choice but as it releases man from the institutions wich stablished his place, it imposes him the task to create his identity. The act of consuming appears as the locus of such a construction: by adopting certain “life styles attitudes, values and consumption habits modern man creates his identity. Keywords: Consumer society; modernity; subject; identity; life style.

  7. Fragmentos de uma história de travessias: tradução e (recriação na pós-modernidade brasileira e hispano-americana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Else Ribeiro Pires Vieira

    1996-10-01

    Full Text Available Situando-se no espaço "movimentante" associável à intensificação da tradução na pós-modernidade brasileira e hispano-americana, um fenômeno que remonta à própria modernidade, o texto analisa a metalinguagem daqueles tradutores latino-americanos que a teorizaram como recriação. Desvios, transformações, mutações, suplementos e movimentos bilaterais informam essa axiomática do traduzir enquanto recriação, apontando para uma releitura da tradição e uma especificidade do traduzir na América Latina.

  8. Cultura e classe social na pós-modernidade: tensões e perspectivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Assis, Aline Silveira de

    2006-01-01

    Full Text Available O presente trabalho objetiva trazer algumas reflexões suscitadas no decorrer do curso de Mestrado em Serviço Social do PPG/FSS/UERJ, acerca do tema da cultura, objeto de estudo do presente curso. Entretanto, para este artigo, objetiva-se introduzir o tema através da discussão do conceito de classe social, conceito de suma importância, de modo a articular a cultura a um projeto transformador de sociedade. Neste sentido, é necessário, primeiramente, levar em consideração que tal identidade, outrora ligada ao vínculo com o mundo do trabalho, hoje aparece fragmentada. Assim sendo, faz-se necessário levantar algumas indagações sobre o conceito de classe que, na pós-modernidade, parece ter perdido centralidade, o que pode ser entendido como um desdobramento das transformações societárias em curso no atual momento histórico, as quais, desde a década de 1970, têm-se configurado como fruto das estratégias político-econômicas de superação da crise estrutural do capital, instaurada neste período. Devido à inserção tardia e subordinada do Brasil no sistema capitalista, tais efeitos têm aqui maior profundidade e gravidade. Como decorrência disto, o trabalho pretende chamar atenção para a importância de o Serviço Social enfrentar este debate criticamente, uma vez que o conflito Capital x Trabalho não deixou de ser central na sociedade e, assim, a profissão continua lidando cotidianamente com as expressões deste conflito.

  9. Modernidad y posmodernidad en El gran señor de Enrique Rosas Paravicino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Arribasplata Cabanillas

    2015-07-01

    Full Text Available En la novela El Gran Señor de Enrique Rosas Paravicino hay una confluencia de pasado histórico y presente conflictivo, donde el fervor religioso cumple un papel de nucleo integrador. En la sociedad andina ficcionalizada aparece una novedosa galería de tipos sociales, como corresponde a un país, como Perú, en pugna por integrar la modernidad con la tradición cultural. Los Andes se constituyen en el gran escenario de una épica popular, con todo el colorido de sus gentes y el paisaje de su cultura. Todo se mueve en torno a un rasgo que es predominante en la novela: el desplazamiento humano en torno a una devoción en plena Cordillera Oriental: el Cristo de la Nieve Resplandeciente. Aquí el sincretismo religioso da lugar a la presencia de personajes involucrados en el mito, la magia y la tradición oral, a la par que asoman los cambios sociales y políticos impulsados por otros actores embarcados en proyectos mundanos, acordes con ese otro gran mito: el progreso colectivo, en perspectiva al desarrollo nacional.

  10. Estruturas de sentimento na modernidade: um estudo sobre as experiências nas obras de Walter Benjamin, a propósito de Charles Baudelaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Calazans

    2011-01-01

    Full Text Available A partir da noção de “estruturas de sentimento” do pensador do materialismocultural Raymond Williams, pretende-se estudar as experiências tecnológicas perceptivas nacultura moderna, do século XIX, imanentes às obras de Walter Benjamin, particularmente,nos textos referentes a Charles Baudelaire. Para tanto, faz-se um estudo exploratório dasprincipais categorias de experiência para se compreender as implicações na modernidade.

  11. La crítica de la Modernidad desde Nietzsche. Deconstrucción y construcción de un sendero.

    OpenAIRE

    Frontela Asencio, Pablo

    2016-01-01

    Durante la centuria decimonónica se cuestionaron críticamente los sistemas filosóficos, su validez, su vigencia y, por último, su fundamento. Este escepticismo acabaría demoliendo, a lo largo de la segunda mitad de dicho siglo, estas construcciones omniabarcadoras. Con la caída de estos faraónicos proyectos, que reflejaban paradigmáticamente las pretensiones de la modernidad, las nuevas generaciones de filósofos renunciaron a los sueños que habían conformado el pensamiento europeo...

  12. Medios y modernidad en Latinoamérica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albano, Sebastião Guilherme

    2013-01-01

    Full Text Available [es] La modernidad como sistema de civilización y de cultura supone consensos cognitivos para su manutención. En este ejercicio se trata de describir cómo los medios de comunicación promovieron la formación de esos consensos y se volvieron ellos mismos importantes vínculos para la interpretación y la producción de sentido. El tema del estudio está relacionado con la manera en que parte de Latinoamérica desarrolló algunos de los principales argumentos de la modernidad y la tendencia a reunir enunciados de proveniencia diversa en unos pocos soportes discursivos institucionalizados, por lo que se desarrolla aquí una especie de narrativa de convergencia. De esa manera, a pesar de la creciente división del trabajo físico e intelectual fomentado por el avance del capitalismo, en Latinoamérica la legitimación del formato social moderno y los discursos de conformación de las identidades regionales se dieron con el advenimiento de los medios de comunicación, redundando en una alternativa a los esquemas cognitivos logocéntricos. [en] Modernity as civilization and culture systems involves cognitive consensus. This study describes how media underpinned the construction of consensus and became a very important nexus between interpretation and meaning production. The main issue of the article is related to the ways which Latin America developed some of the modern arguments and their tendency to gather different propositions into a few discursive models, provoking a sort of convergence narrative. Despite the increasing of specialization in intellectual and physical work, in Latin America the legitimacy of social shape and even the discursive construction of regional identities were deeply conditioned by the spreading of media activities. This idiosyncrasy turned out to be an alternative to the logocentriccognitive schemes

  13. Modernidad y Entusiasmo:a propósito de la lectura foucaultiana de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgardo Castro

    2012-03-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1984-784X.2012v12n17p4 La modernidad y sus compuestos (premoderno, postmoderno, antimoderno no se prestan fácilmente a la definición. ¿Cuál es el elemento que define la modernidad? ¿Cuándo comienza?  ¿Filosóficamente con el cogito cartesiano, como piensa Hegel, o, como sostiene Foucault en Les Mots et les choses, recién con Kant? ¿Con la modernidad literaria, que Sartre sitúa alrededor de 1850, o con la modernidad en pintura? Y, en este último caso, ¿con el impresionismo entre 1870 y 1880 o con el cubismo de los primeros años del siglo XX?

  14. Modernidad y Entusiasmo:a propósito de la lectura foucaultiana de Kant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edgardo Castro

    2012-12-01

    Full Text Available La modernidad y sus compuestos (premoderno, postmoderno, antimoderno no se prestan fácilmente a la definición. ¿Cuál es el elemento que define la modernidad? ¿Cuándo comienza? ¿Filosóficamente con el cogito cartesiano, como piensa Hegel,o, como sostiene Foucault en Les Mots et les choses,recién con Kant?¿Con la modernidad literaria, que Sartre sitúa alrededor de 1850, o con la modernidad en pintura? Y, en este último caso, ¿con el impresionismo entre 1870 y 1880 o con el cubismo de los primeros años del siglo XX?

  15. A Modernidade de "A Condição Pós-Moderna"

    OpenAIRE

    Pita, António Pedro

    1988-01-01

    A presente investigação sobre as acepções de pós na concepção de uma pós-modernidade conclui pela modernidade de um pensamento "pós-moderno" tal como ele se configura na obra de Jean-François Lyotard, A Condição Pós-Moderna.

  16. A congregação das Irmãs Doroteias em tempo de mudança: tradição e modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Campos Matos

    2016-12-01

    Full Text Available Para compreender o lugar do instituto das Irmãs Doroteias depois da instauração da I República (1910, importa examinar historicamente dois tópicos centrais: 1. as relações Estado com a Igreja e as ordens religiosas no século XIX e princípios do séc.XX e, 2. a problemática da educação no sistema liberal, na monarquia e na República. Num tempo de modernidade, secularização e laicização, entendidas como processo de autonomização entre a o campo político e o campo religioso, pretende-se situar o projecto educativo das Irmãs Doroteias num contexto amplo.

  17. Poéticas da lucidez: notas sobre os Poetas-Críticos da Modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Esther Maciel

    1994-10-01

    Full Text Available Dans cet essai je cherche étudier la tradition des poetes-critiques modernes, ayant comme but pas seulement la diversité contradictoire des poemes et de la production théorique de ces auteurs, mais aussi identifier les possibles traits capables d'atribuer à la critique faite à partir de la création poétique une specificité par rapport à la critique faite par des non-poetes. J' essaie de montrer encore comme ces poetes se sont tournés vers leur temps, théorisant la Modernité et en composant -par des chemins inconnus une histoire sélective et pas linéaire de la poésie moderne

  18. La arquitectura de ladrillos del siglo XIX: Racionalidad y modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adell Argilés, Josep María

    1992-10-01

    Full Text Available The analysis of brick architectural works in Europe between the middle of the 19th century and the beginning of the 20th century shows that they already exploted the technical and formal material possibilities and they followed the constructive rationality tendency prevailing in the beginnings of the industrial era. These works reveal enough connections among themselves, so as to be able to assemble them under the common name of “19th Century Brick Architecture”, a name beyond nuances of style characteristic of each region or country. This article analyzes those most significant values of the Brick Architecture which allow it to be understood as a step towards modernity.

    El análisis de las obras de Arquitectura construidas con ladrillo en Europa, entre mediados del siglo XIX y principios del XX, demuestra que explotaban las posibilidades técnicas y formales del material, y seguían la corriente de racionalidad constructiva imperante en los inicios de la era industrial. Estas obras revelan suficientes conexiones entre sí, para poderlas agrupar bajo la denominación común de ''Arquitectura de Ladrillos del siglo XIX", por encima de matices estilísticos propios de cada región o país. En el artículo se analizan aquellos valores más significativos de la Arquitectura de Ladrillos, que permiten entenderla como un paso hacia la modernidad.

  19. MODERNIDAD Y APOCALIPSIS EN LOS ZORROS DE ARGUEDAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucero de Vivanco

    2011-04-01

    Full Text Available Se propone en este artículo una lectura de El zorro de arriba y el zorro de abajo en clave apocalíptica. Las distintas textualidades que atraviesan la novela -los diarios del autor, los mitos pre-hispánicos y la fábula narrativa propiamente tal- se articulan con características específicas del apocalipsis para representar el colapso social producido por la modernidad capitalista en el Perú de la década del setenta.The present article proposes a reading of El zorro de arriba y el zorro de abajo from an apocalyptic perspective. The different textual layers interwoven in the novel -the author’s diaries, the pre-hispanic myths and the narrative plot itself- are articulated in a way that resonates specifically with the apocalypsis in order to represent the social collapse brought on by capitalist modernity in Peru during the seventies.

  20. Arte popular y crítica a la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Orlando Morillo

    2016-01-01

    Full Text Available El arte popular, concebido como lenguaje, posibilita el descentramiento de los relatos modernos y pone en evidencia los vicios de la civilización a través de un posicionamiento ético-crítico que busca un horizonte de sentido humanizante para desterrar los excesos de la instrumentalidad positivista y cientifizante. Es mediante la incidencia del arte popular y su valoración simbólica que se pueden generar procesos de revisión histórica, para que junto al eclecticismo crítico, el nihilismo y la deconstrucción, se pueda arribar a una autonomía social e individual capaz de conformar una “utopía estética” que apunte a un “sentido orgánico de la vida”, a la interrelación armónica entre pensamiento, naturaleza y ser humano. Todo en beneficio de una subjetividad epistémica que dignifique al sujeto como centro, ante la arremetida de los excesos de la modernidad.

  1. EL MITO DE LA MODERNIDAD EN AMÉRICA LATINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zulma Palermo

    2014-12-01

    Full Text Available Estas páginas se proponen incursionar en el proceso de formación de las subjetividades latinoamericanas a través de un recorrido por escrituras de distinto tipo y producidas con distinto horizonte de sentido y validación. En todas ellas se construye una mirada del mundo desde registros escriturarios diversos, los que dan lugar a la formación de una memoria colectiva, a través de discursos cuya particularidad reside en los rasgos específicos de cada cronotopo. A partir de un texto de la conquista –más extensamente tratado en tanto es la instancia en la que se estructura la colonialidad del poder– el recorrido, fragmentario y forzosamente recortado, permite perfilar los dispositivos con los que se construye la matriz colonial de poder y la existencia simultánea de discursos de resistencia y de subversión ante la imposición de la colonialidad aún vigente. Esta práctica lectora pone en acto una forma de conocimiento descolonizante como alternativa a la epistemología del pensamiento de la modernidad eurocentrada. 

  2. La escritura de los examenes escolares e ideas de modernidad, 1884-1912 - Schools written examinations and modernity ideas: 1884-1912

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalía Méníndez Martínez

    2011-04-01

    Full Text Available A ESCRITA DOS EXAMES ESCOLARES E IDÉIAS DE MODERNIDADE, 1884-1912 Resumo O objetivo deste artigo é abordar um interessante tema da cultura escrita, o da escrita dos exames escolares. No final do século XIX, no México, se experimentou um processo de modernização no âmbito econômico, o qual impactou o sistema educativo; neste contexto as práticas escolares foram alteradas e este foi o caso da escrita dos exames para a educação primaria, o modelo de apresentação oral foi substituído pelo escrito, com isso originaram-se novas formas de expressão que denotaram aspectos do ambiente político e cultural da época. Meu interesse centra-se em analisar os exames das meninas da educação primária na cidade do México no final do século XIX. Os exames escolares representam uma importante fonte para enriquecer a história da cultura escrita e da educação daí o meu interesse em abordar este tema. Palavras-chave: México; idéias de modernidade; exames escolares.   SCHOOLS WRITTEN EXAMINATIONS AND MODERNITY IDEAS: 1884-1912 Abstract This article aims to study an interesting subject of the written culture: schools examination writings. In the end of the 19th century, in Mexico, it took place a modernization process in economic field which impacted educational system; in such context, schooling practices were modified and this was the case of the Elementary school examination writings. The oral presentation model was replaced by the written one, and new expressive forms were generated, denoting traces of the political epoch and the cultural context. We are interested in focusing the examinations analysis in primary education of girls in Mexico City, by the ends of 19th century. We conclude that schooling examinations symbolize an important enrichment source of written culture history. Keywords: Mexico; modernity ideas; schools examinations.   LA ESCRITURA DE LOS EXAMENES ESCOLARES E IDEAS DE MODERNIDAD, 1884-1912 Resumen El propósito de

  3. O tema da morte trágica de Liev Tolstói e seu impacto em Max Weber e György Lukács: sobre a autonomia nas ciências e na arte * Leo Tolstoy´s tragic death and his impacts on Max Weber and György Lukács: on autonomy of arts and science

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIS FELIPE DE SALLES ROSELINO

    2014-04-01

    Full Text Available Resumo: O tema da morte trágica, presente nos escritos de Liev Tolstói, auxiliou tanto a Max Weber como a György Lukács a caracterizarem o pathos moderno de pressentimento da morte como uma contemplação do vazio. Weber e Lukács encontraram, através das leituras de Tolstói, uma interessante maneira de questionar a autonomia da arte e da ciência moderna, considerando pela esfera estética, como se mostra sem sentido a recente realidade imanente. Ambos assumiram o tema central das obras de Tolstói segundo uma mesma imagem, derivada do contraste entre o mundo antigo e o moderno. Max Weber adequou esse tema a sua teoria do desencantamento do mundo e Lukács, de modo muito semelhante, seguindo seu conceito do paradoxo da necessidade religiosa.Palavras-chave: Tolstói – Weber – Lukács – Desencantamento – Necessidade Religiosa – L’Art Pour l’Art. Abstract: The tragic death in Tolstoy's writings has helped both Max Weber and György Lukács in characterizing the modern pathos as a tragic contemplation of the emptiness of life. Through Tolstoy's readings, Weber and Lukács found an interesting source of denying arts and modern sciences autonomy, considering, from the aesthetics sphere, the meaningless of this new immanent reality. Both has assumed Tolstoy main theme from the same perspective, contrasting ancient and modern worldviews. Max Weber presented this theme in his disenchantment of world theory and Lukács, in a very similar way, following the paradox of religious needing as a mainline.Keywords: Tolstoy – Weber – Lukács – Disenchantment – Religious Needing – L’Art Pour l’Art.

  4. La historiografía colonial cubana y la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arturo Sorhegui

    2013-10-01

    Full Text Available El núcleo argumental de este artículo es demostrar como la historiografía hispanoamericana –tomando como muestra la cubana, en la época colonial– fue capaz de propiciar, por si misma, algunas de las tendencias historiográficas establecidas como corrientes en el siglo XIX europeo, en la medida que debió enfrentarse a las mismas problemáticas que en Europa le dieron origen; lo único que adecuadas a las circunstancias de la realidad americana. Se argumenta con la historiografía criolla iluminista del XVIII y la “Historia de la Esclavitud” de José Antonio Saco del XIX.Palabras Clave: Ilustración americana; corrientes historiográficas; desarrollo propio; Modernidad; Historia de la Esclavitud. The Cuban colonial historiography and modernityAbstractThe argumental nucleus of this article is to demonstrate as the Hispano-American historiography –taking as it shows the Cuban, at the colonial time– he was able to cause, by itself, some of the established historiográficas tendencies like currents in European century XIX, in the measurement that had to face same the problematic ones that in Europe they gave origin him; only that adapted to the circumstances of the American reality. José Antonio Saco from the XIX argues itself with the iluminista Creole historiography of the XVIII and the “History of the Slavery”.Keywords: American illustration; historiográficas currents; own development; Modernity; History of the Slavery.

  5. Fases da história da fotografia e a questão da aura, segundo Walter Benjamin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Orlando José Ribeiro de Oliveira

    2014-07-01

    Full Text Available Este artigo aborda as fases da história da fotografia propostas por Walter Benjamin, no ensaio Pequena História da Fotografia, e discute as transformações que atingiram a obra de arte na modernidade, à luz do conceito de aura. A periodização estabelecida por Benjamin - apogeu, declínio, revitalização - é ilustrada com trabalhos dos fotógrafos referidos pelo autor no texto em que visa à “compreensão real da essência da arte fotográfica”.

  6. (InÚtil, Belo e Bestial: Uma Leitura de Artl na Modernidade Literária e Artística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eleonora Frenkel

    2017-10-01

    Full Text Available No esplendor da modernidade europeia, Charles Baudelaire questiona a noção de utilidade ao associar obra de arte e mercadoria e expor sua inutilidade como valor; Victor Hugo aponta o grotesco como a grande beleza do drama moderno; Francisco de Goya e Ramón del Valle-Inclán recorrem a uma estética sistematicamente deformadora para tratar a trágica vida na Espanha e as imagens inumanas que criam expõem a fratura da racionalidade pela violência disparatada. Este artigo traz as ressonâncias dos escritores e artistas mencionados em textos de Roberto Arlt, onde se provoca a indecisão entre a utilidade e a inutilidade da literatura, onde as fronteiras entre o belo e o feio se desfazem ao postular o “mal” escrever contra os cânones estabelecidos da boa literatura e onde a animalização de personagens revela a face bestial do homem escamoteada na civilização moderna. As gravuras de artistas contemporâneos a Arlt, Facio Hebequer e Adolfo Bellocq, trazem imagens da metamorfose do homem em animal, corroborando o gesto político de enfrentar a estética do belo e a concepção da Razão imperantes, através da deformação como procedimento.

  7. La cuestión sanitaria en el debate modernidad-posmodernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iriart Celia

    1994-01-01

    Full Text Available Este trabajo situa a la cuestión sanitaria en el debate modernidad-posmodernidad. Tal análisis se realiza desde una posición filosófica que plantea la crisis de la modernidad y cuestiona la torsión ideológica que a la misma le propicía la posmodernidad obturando las visiones cuestionadoras. Propiciando una vision alternativa de lo político pensada desde el plano de la potencia, recuperando el rol del sujeto en la decisión de producir transformaciones.

  8. Brincadeira do reisado na modernidade – identidade cultural que navega entre resistência e transformação * The revel of ‘reisado’ in modernity – cultural identity that navigates between resistance and transformation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUCIANO DE MELO SOUSA

    2014-02-01

    Full Text Available Resumo: O artigo analisa o reisado da comunidade Cipó de Baixo a partir do dinamismo cultural que movimenta as construções de identidades na modernidade. Individualidade, planejamento, mercantilização e a transformação de tradições culturais em folclore são elementos tomados para analisar as mediações entre a brincadeira do reisado e a modernidade. Entende-se que as práticas culturais tracionais, necessariamente, dialogam com as possibilidades colocadas pela sociedade moderna num processo construtor de novas identidades culturais.Palavras-chave: Reisado – Dinamismo cultural – Modernidade. Abstract: The article analyzes the Cipó do Baixo community ‘reisado’ from cultural dynamism that drives the construction of identities in modernity. Individuality, planning, commodification and transformation of cultural traditions in folklore are elements taken to analyze the mediations between the revel of ‘Reisado’ and modernity. It is understood that traditional cultural practices necessarily dialogue with the possibilities posed by modern society in a building process of new cultural identities.Keywords: Reisado – Cultural dynamism – Modernity.

  9. El trans-desarrollo como manifestación de la trans-modernidad : más allá de la subsistencia, el desarrollo y el post-desarrollo

    OpenAIRE

    Cubillo Guevara, Ana Patricia; Hidalgo Capitán, Antonio Luis

    2015-01-01

    En el siglo XXI coexisten cuatro cosmovisiones diferentes, la pre-modernidad, la modernidad, la post-modernidad y la trans-modernidad, a cada una de las cuales le corresponde un paradigma del bienestar, la subsistencia, el desarrollo, el post-desarrollo y el trans-desarrollo. En este documento se analizan las cuatro cosmovisiones y los cuatro paradigmas y se constata como la transmodernidad es el resultado de la síntesis entre pre-modernidad, modernidad y post-modernidad y c...

  10. Acerca de la modernización, la modernidad y el riesgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOTA SOLÉ PUIG

    1997-01-01

    Full Text Available el articulo contextualiza el debatye sobre modernizacion, modernidad y el concepto de riesgo en las sociedades donde los peligros medioambientales han inducido a una profunda revision de las prospectivas de futuro por parte de los actores sociales responsables (administracion, instituciones,

  11. Teologia, Ciência da Religião e Filosofia da Religião: definindo suas relações

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dierken, Jörg

    2009-01-01

    Full Text Available Trata-se de revisitar o complexo fenômeno da religião, à luz das articulações e diferenciações entre teologia, filosofia da religião e ciência da religião, particularmente no contexto sociocultural da modernidade e suas categorias iluministas de racionalidade, liberdade e ciência, em grandes pensadores tais como Max Weber e Ernst Troeltsch

  12. A MODERNA SOCIEDADE DE RISCO E A CONSTRUÇÃO DA HIDRELÉTRICA DE BELO MONTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Rosa Rodrigues

    2013-04-01

    Full Text Available As transformações que ocorrem na modernidade, impulsionadas pela globalização e desenvolvimento industrial e tecnológico produzem riquezas, o que geralmente vem acompanhado da produção de riscos. Essas riquezas trazem consigo ameaças incertas, o que gera inquietação na sociedade. O presente trabalho trata do risco na modernidade reflexiva no caso da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, a qual vem sendo feito sob muita polêmica, principalmente pelo dano ambiental que ameaça causar.

  13. A ruptura epistemológica entre psicanálise e ciências humanas na modernidade biológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Henschel de Lima

    2011-08-01

    Full Text Available O artigo propõe abordar os fundamentos epistemológicos das ciênciashumanas com base no axioma, enunciado por Jacques Lacan, de que osujeito da psicanálise é o sujeito da ciência e das contribuições críticasà Psicologia, de autores como Robert Blanché, Georges Canguilhem,Jean-Claude Milner e Michel Foucault. O artigo privilegiará ascondições de surgimento da Psicologia e da orientação clínica naabordagem da experiência subjetiva, ao identificar que, para sustentarseu lugar no quadro do pensamento científico, a Psicologia converteu aproblemática ética sobre as relações entre o pensamento e a experiênciasubjetiva em um problema de determinação de leis explicativas sobre ofuncionamento psíquico, adotando o postulado do realismo psicológico,em conformidade com uma modernidade biológica em ascensão. O textoexpõe o modo como a psicanálise afirma pela subversão do sujeito, umaorientação ética em ruptura com um projeto cientificista que custou àPsicologia o preço de sua supressão.

  14. Cultura e desenvolvimento sustentável no pantanal mato-grossense: entre a tradição e a modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Onélia Carmem Rossetto

    2003-12-01

    Full Text Available Apesar de estarem ocupados por diferentes grupos sociais há centenas de anos, algumas parcelas das áreas rurais dos pantanais mato-grossenses ainda mantêm parte das suas características naturais preservadas. A pecuária, principal atividade econômica, desenvolveu-se sem praticamente alterar a dinâmica da paisagem. Como correlato, a imagem construída sobre os seus habitantes é mencionada como exemplo de uso sustentável dos elementos naturais. Apesar deste estereótipo positivo, pouco se sabe ainda sobre esses conhecimentos que, devido à modernidade, muitas vezes se perdem ou assumem outras formas. O presente texto inscreve-se nessa perspectiva. Seu principal objetivo é investigar os saberes pantaneiros, que resultaram em formas peculiares de organização da paisagem e em aspectos específicos da cultura material. Concluiu-se que, com a modernização e as alterações na cultura material, principalmente a substituição do pasto nativo pelo exótico, o equilíbrio da paisagem natural encontra-se ameaçado. A sustentabilidade cultural, entendida como um sistema aberto, passível de alterações, é um indicador de grande relevância na busca do desenvolvimento sustentável.

  15. Organizações contra-hegemônicas e a possibilidade de redescoberta da política na modernidade: uma contribuição a partir do pensamento de Hannah Arendt Counter-hegemonic organizations and the possibility of rediscovering politics in modernity: a contribution through Hannah Arendt's thought

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Bethânia Zilio

    2012-12-01

    Full Text Available Este artigo apresenta um ensaio de natureza teórica cujo objetivo é situar um referencial capaz de abordar organizações que, instaladas numa forma social como sujeitos políticos coletivos, constituem-se como alternativas. Partimos do pensamento de Hannah Arendt, para quem política é a ação que busca acordos, ação em conjunto, reflexo da condição plural do homem e fim em si mesma. Com base nesta perspectiva, procurou-se demonstrar que do mesmo modo que o sistema capitalista cristaliza o esquecimento da política nos tempos atuais, o modelo hegemônico de organizar e a abordagem teórica tradicional dos estudos organizacionais (reflexos do sistema do capital são instrumentos de despolitização e dominação social, ao legitimarem as necessidades de produção, acumulação e regulação na sociedade contemporânea. Nesse contexto, pensa-se nas organizações contra-hegemônicas como uma possibilidade de recuperação da política em suas determinações agonísticas. Nessas organizações, muito mais o grupo e as pequenas comunidades em movimento representam possibilidades de espaços políticos de fundação, resistência, civilidade e de revelação dos homens como agentes, através do exercício das categorias propostas por Arendt: identidade, pluralidade e capacidade de iniciar algo novo.This paper presents a theoretical essay which aims to situate a framework able to address organizations that, established in a social way as collective political subjects, present themselves as alternatives. One is based upon Hannah Arendt's thought, according to whom politics is the action which seeks agreements, joint actions, a reflection of the plural condition of man, and an end in itself. Thus, taking this perspective as a foundation, one tried to demonstrate that, in the same way how the capitalist system crystallizes political forgetfulness in modern times, the hegemonic organizing model and the traditional theoretical approach of

  16. Para pensar de outros modos a modernidade pedagógica / Another way of thinking about the pedagogical modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo Veiga-Neto

    2010-12-01

    Full Text Available Este artigo discute a produtividade de pensar a modernidade pedagógica, a partir da filosofia de Michel Foucault. Compreendendo a pedagogia como um conjunto de saberes e correlatas práticas educacionais, o artigo mostra o caráter contingente das raízes epistêmicas e epistemológicas que sustentam os discursos pedagógicos. A proveniência de tais raízes é localizada no platonismo renascentista e nas tradições judaico-cristãs. A partir dos conceitos de crítica e hipercrítica, o “pensar de outros modos” proposto por Michel Foucault é apontado como uma prática difícil, mas muito importante para a militância política. AbstractThis paper discusses the productivity of thinking the pedagogical modernity, from the point of view of the foucauldian philosophy. Understanding the pedagogy as a set of knowledges and correlate educational practices, the paper shows the contingent character of the epistemical and epistemological roots that sustain the pedagogical discourses. The provenience of these roots is placed in the platonic Renaissance and in the judaic-christian traditions. From the concepts of critique and hypercritique, the “another way of thinking” proposed by Michel Foucault is indicated as a difficult practice but very important for the political militancy.

  17. A educação reflexiva na pós-modernidade: uma revisão bibliográfica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gomes Jomara Brandini

    2002-01-01

    Full Text Available Trata-se de uma revisão bibliográfica buscando situar o ensino no momento histórico que estamos vivendo, denominado pós-modernidade, e que tem desencadeado uma mudança paradigmática em todos os níveis de compreensão do ser humano. Foram resgatados os conflitos educacionais da atualidade e apresentados os pressupostos para uma educação pós-moderna, destacando-se, dentre eles, a educação reflexiva, divulgada e proposta por Donald A. Shön, que centra a aprendizagem prática na "reflexão-na-ação", como alternativa para a formação do profissional reflexivo.

  18. Meditaciones anti-cartesianas: sobre el origen del anti-discurso filosófico de la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ENRIQUE DUSSEL

    2008-01-01

    Full Text Available Descartes pasa por ser el primer filósofo moderno. Si se interpreta la Modernidad tal como lo hace el pensamiento decolonial o la filosofía de la liberación habría que resituar el siglo XVI, y los filósofos de ese siglo, como el origen de la filosofía moderna y no a Descartes. Además, Descartes fue alumno de los filósofos hispanos del siglo XVI contra los que se opina. El antidiscurso de la Modernidad no surge en la Ilustración sino al inicio del proceso de la conquista. Hay entonces que replantear completamente la historia filosófica de la Modernidad. Por último, la crítica de la Modernidad más radical debe buscarse en aquellos que la sufrieron como Guamán Poma de Ayala en el Perú.

  19. Nueva perspectiva filósofica en América Latina: el grupo Modernidad/Colonialidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Damián Pachón Soto

    2008-01-01

    Full Text Available El ensayo presenta la propuesta epistémica y política del colectivo Modernidad/Colonialidad. Muestro la conformación del grupo, sus integrantes, sus principales elaboraciones conceptuales y teóricas. El ensayo expone con detenimiento el aporte del colectivo, en especial, su crítica de la modernidad y el colonialismo epistémico al que Europa y el primer mundo han sometido a la “periferia”.

  20. Max Weber: o processo de racionalização e o desencantamento do trabalho nas organizações contemporâneas Max Weber: rationalization process and the disenchantment of work in contemporary organizations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermano Roberto Thiry-Cherques

    2009-08-01

    Full Text Available Este artigo indica algumas implicações do pensamento weberiano sobre a compreensão do trabalho e da forma de administrá-lo. Com base nos conceitos weberianos de racionalidade e de racionalização, é feita uma apreciação do trabalho na história ocidental, com ênfase no momento da passagem do capitalismo tradicional para o contemporâneo. A tese central é a de que as teorias de Weber são um modo válido para compreender o trabalho desencantado da atualidade.This article discusses some implications of Weber's thoughts about understanding and managing labor. Based on Weber's concepts of rationality and rationalization, the article develops an account of the transformations of labor in Western history, stressing the shift from early to contemporary capitalism. The central thesis is that Weber's theories are a well grounded way to explain today's disenchanted work.

  1. La modernidad, el cuidado de la salud y la cultura ancestral.

    OpenAIRE

    Ana Cecilia Becerra

    2009-01-01

    La modernidad es tanto un período histórico como un concepto filosófico y sociológico que impuso la razón y el método formal sobre todos los actos políticos, sociales y epistemológicos de las distintas culturas del mundo. La modernidad se construyó en su momento sobre el imaginario de la superioridad europea1 y durante el período colonial fue la causante del proceso avasallador de exterminio y de desconocimiento de las sociedades y culturas indígenas de América. Ella, con sus valores patriar...

  2. Pueblos indígenas y naturaleza en el discurso de la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mónica Chuji

    2013-09-01

    Full Text Available El presente texto parte de una hipótesis: desde el proyecto de la modernidad, es decir, desde la razón moderna e instrumental, es imposible desarrollar una posición ética con respecto a la naturaleza, porque la naturaleza ha perdido todo status ontológico debido a esa ruptura entre Hombre y naturaleza, y se ha convertido un objeto a explotar, utilizar, o un objeto a conocer. Es necesario, entonces, ir a la constitución misma de la modernidad para comprender el real estatus que tiene la naturaleza y las posibilidades de re-crear una ética en consideración a ella.

  3. Sociedad y medicina: Paradigmas médicos en las coordenadas de la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorenzo Pablo Camejo Ramos

    2016-02-01

    Full Text Available Objetivo:Explicar la relación sociedad-medicina a partir de los paradigmas médicos de la modernidad. Desarrollo: La medicina como producción social está marcada por la vida sociocultural de cualquier sociedad. La Modernidad capitalista europea impuso a todo el mundo su proyecto económico, político e ideológico y su cosmovisión, fruto de ello, la medicina moderna se debate entre dos paradigmas formativos y prácticos: el biomédico, hegemónico y basado en la racionalidad instrumental de la ciencia y por otro lado un paradigma crítico y contrahegemónico: el sociomédico. Conclusiones: La evolución de la medicina y sus paradigmas formativos y axiológicos modernos están marcados por las condiciones económicas, políticas, sociales y culturales de la modernidad. La evolución histórica evidencia la existencia, en franca contradicción, de dos modelos médicos: el modelo biomédico, resultado de los preceptos socio filosóficos de la modernidad y el modelo sociomédico que por oposición ha logrado, al menos, el reconocimiento de buena parte de la comunidad médica internacional, de su lugar y papel en los procesos formativos y en la práctica cotidiana de la medicina como vía para entender y transformar las realidades de nuestros pueblos en el campo de la salud. Lo anterior, tiene que materializarse con un replanteo y redefiniciones de nuevos caminos teóricos, conceptuales y metodológicos.

  4. Saber e poder ou a modernidade em Sir Francis Bacon

    OpenAIRE

    Fiolhais, Carlos

    1997-01-01

    "Bacon fez a apologia da ciência mas não foi um cientista. Recusou o sistema de Copérnico, que na sua época triunfava, ainda que a custo. Escrevia de uma forma aforística e normativa que tinha mais a ver com a política e a jurisprudência do que com a filosofia natural"...

  5. Ciência e modernidade: a perspectiva dos movimentos sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Bassani

    2004-12-01

    Full Text Available Pensar alguns elementos que fazem parte da dinâmica e dos processos existentes nos movimentos sociais dos anos 90 é um dos objetivos centrais do trabalho. A valorização dos componentes micro sociais, subjetivos e do senso comum, coloca às Ciências Sociais, um desafio instigante, de aproximar a reflexão teórica com o que ocorre no plano do cotidiano.

  6. Gestão estratégica de recursos humanos na era da tecnologia da informação e da globalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lidia Eugenia Cavalcante

    2000-12-01

    Full Text Available Trata sobre as alterações provocadas na gestão de recursos humanos para um novo mercado global, baseadas na capacitação profissional e educação continuada, exigências da sociedade do conhecimento. Aborda questões referentes às mudanças organizacionais, com base nos novos paradigmas da modernidade e competitividade do mercado mundial. Apresenta algumas considerações sobre o mercado da informação nas empresas em processo de mudança e seu impacto em áreas de decisões estratégicas empresariais. Assim, as novas tecnologias de informação, o capital humano e gestões estratégicas compreendem os principais fatores de competitividade e adequação à modernidade ou sociedade do conhecimento.

  7. Transmodernidade e interculturalidade: interpretação a partir da filosofia da libertação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enrique Dussel

    2016-04-01

    Full Text Available Ao reconhecer uma nova localização das culturas periféricas na história mundial, bem como partindo de uma concepção não monolítica e não substancialista de cultura, este artigo localiza, por um lado, a Europa na história mundial e propõe, por outro, um diálogo intercultural simétrico entre críticos das culturas ditas periféricas. Essas culturas periféricas foram colonizadas, excluídas, desprezadas, negadas e ignoradas pela Modernidade eurocentrada, porém, não foram eliminadas. O desafio que se coloca é o de estabelecer um diálogo transmoderno e simétrico entre essas culturas - tratadas como exterioridades da Modernidade - a fim de responder de outros lugares os desafios da Modernidade e pós-modernidade europeia.

  8. MODERNIDADE MANCA: A PARIS DOS TRÓPICOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Adriano de Souza Cezar (UFPEL

    2015-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta o processo de modernização a que Manaus esteve submetida durante as primeiras décadas do Ciclo da Borracha. Para tanto, leva ao debate o romance Relato de um certo Oriente (1989, de Milton Hatoum, e o discurso histórico-econômico, por conta do qual se dá ver as causas e os efeitos de uma aventura financeira e urbanística em plena selva amazônica.PALAVRAS-CHAVE: Manaus. Ciclo da Borracha. Modernização. Relato de um certo Oriente. Abstract This article presents the modernization process that Manaus was submitted during the first decades of the Rubber Boom. Thus, it leads to the debate the novel Relato de um certo Oriente (1989, by Milton Hatoum, and the historical-economic speech, in which are observed the causes and effects of the financial and urban adventure in the Amazon jungle.KEYWORDS: Manaus. Rubber Boom. Modernization. Relato de um certo Oriente

  9. Tradição - Modernidade: a Associação de Médicos Tradicionais de Moçambique (Ametramo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graziele Acçolini

    2016-12-01

    Full Text Available A Associação de Médicos Tradicionais de Moçambique (AMETRAMO foi criada em setembro de 1992, com a Guerra Civil em Moçambique (1977/1992, após o processo de separação de sua metrópole, Portugal, em 1975. A Associação se constitui em um órgão regulamentado pelo governo e reúne os curandeiros que realizam atendimentos através de consultas com um oráculo ou recebimento de espíritos de antepassados e que, para atuarem, necessitam de uma carteira que comprove sua filiação a AMETRAMO. Desde o nascimento até após a morte os curandeiros interferem na vida da comunidade. Após um período de perseguição às manifestações, considerada pela FRELIMO (partido político de base marxista vencedor da Guerra Civil como fruto da ignorância e do obscurantismo, ocorre o processo de reconhecimento e institucionalização de tais práticas. A proposta desse artigo é a de dar prosseguimento a discussão entre o binômio tradição-modernidade tendo por objeto a AMETRAMO.

  10. “O HOMEM QUE FOI DESMANCHADO” COMO (PRÉTEXTO DA MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Geraldo Vianney Peres

    2014-09-01

    Full Text Available This study aims to analyze the technological stigma signaling to modernity, anticipating their amazing impacts initially felt in the process of industrialization of the 19th century. The effects of modernization in the large centers, as well as the proletarian diaspora, showed up soon after the Enlightenment, which interfere with them in meaningful ways. At the core of such effervescent events, there was Edgar Allan Poe, romantic writer who expertly revealed the crisis of his contemporaries on mechanization, on which will be a brief inventory, through his short story “O homem que foi desmanchado”. Thus proceeding, there is the intention to see this (pretext of modernity.

  11. Será Prometeu culpado? Para uma mitanálise da modernidade educativa das Luzes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Filipe Araújo

    2004-01-01

    Full Text Available This paper deals with Enlightenment Educational Modernity and most especially with its francophone variant. In the light of the pedagogic legacy of French Enlightenment the author will treat in a first instance, Enlightenment and Modernity, in a second instance the subject of “The New Man” will be dealt in the context of Enlightenment, and in a third point a myth-analysis will be carried about the educational modernity of Enlightenment. About the matter of whether Prometheus should be blamed or not, as far as a metaphor of reason is concerned, for leaving an indelible mark in educational modernity, the author replies to this question saying that instead of having an ethical problem we are confronted with an hermeneutical one, since such a vision of the myth is available only because of a particular reading.

  12. Subjetividade e objetivação os dilemas da modernidade segundo Simmel e Weber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Sciberras de Carvalho

    2004-12-01

    Full Text Available The article explains the central position of the matter of social objectification in the works of Max Weber and Georg Simmel. It argues that the theoretical knowledge of these authors manifest, above all, the dilemma between the atrophy of the modern agent and the hypertrophy of an objective culture, characterized by a rationality that opposes the postulates in the individual freedom that influenced great part of the social and political theory.

  13. A modernidade e a ruptura transatlântica: Uma reflexão sobre o comércio de escravos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Houston Baker Jr

    2012-12-01

    Full Text Available A aplicabilidade global da modernidade tem a sua marca mais relevante no Tráfico de Escravos Transatlântico, em que milhões de africanos foram deportados para o “Novo Mundo”. Analisar a economia do tráfico e as suas implicações diaspóricas resulta no reconhecimento da importância do açúcar como mercadoria e da plantação como meio de produção. Partindo de um prelúdio rememorativo centrado na cidade de Coimbra em Portugal, a análise inclui uma explanação da escravatura nas colónias da América do Norte e das suas implicações hoje para o problema da raça nos Estados Unidos. Ce qui marque le plus l’applicabilité globale de la modernité, c’est le trafic trans-atlantique des esclaves, par lequel des millions d’Africains ont été déportés vers le “Nouveau Monde”. Analyser l’économie de ce trafic et ses implications quant à sa dimension de diaspora s’appuie sur la reconnaissance de l’importance du sucre comme marchandise et de la plantation comme moyen de production. Partant d’un prélude remémoratif centré à Coimbra au Portugal, l’analyse tente d’apporter une explication au sujet de l’esclavage dans les colonies de l’Amérique du Nord et de ses implications aujourd’hui pour ce qui est du problème racial aux Etats-Unis.

  14. O mal-estar na modernidade e a psicanálise: a psicanálise à prova do social The discontent in modernity and psychoanalysis: social-proof psychoanalysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joel Birman

    2005-01-01

    Full Text Available O artigo tem a intenção de indicar a presença de dois discursos teóricos opostos em Freud, no que concerne às relações entre sujeito e modernidade. Pretende-se demonstrar que na sua segunda versão, desenvolvida em Mal-estar na civilização, o discurso psicanalítico realizou uma crítica sistemática de sua versão inicial, esboçada em "Moral sexual 'civilizada' e a doença nervosa dos tempos modernos". Pela construção dos conceitos de desamparo e de mal-estar, o discurso freudiano colocou então a psicanálise à prova do social. Além disso, indica que aquela pôde construir uma leitura sobre a modernidade, ao lado das que foram realizadas por Weber e Heidegger. Finalmente, esse percurso tem ainda a finalidade de pensar a crise da psicanálise na atualidade, nas novas condições do mal-estar na modernidade.The article aims at showing the presence of two opposing theoretical discourses in Freud, in what concerns the relationship between the subject and modemity. It intends to demonstrate that in its second version, developed in Malaise dansia civilisation, the analytical discourse achieved a systematic critical review of its initial version outlined in "La morale sexuelle 'civilisée' et la maladie nerveuse des temps modemes". Through constructing the concepts of discontent and distress, the Freudian discourse thus made psychoanalysis social-proof. ln addition, it indicates that psychoanalysis was able to build a reading of modemity other than those made by Weber and Heidegger. Finally, this joumey also aims at thinking over the present crisis of psychoanalysis within the new conditions of discontent in modemity.

  15. Invenção e fantasia sobre a modernidade em Cem anos de solidão e Ninguém escreve ao coronel, de Gabriel García Márquez

    OpenAIRE

    Santos, Sílvia Urmila Almeida

    2012-01-01

    Esta pesquisa tem por objetivo constituir apontamentos críticos sobre os romances Ninguém escreve ao coronel (1957) e Cem anos de solidão (1967), de Gabriel García Márquez, sob a perspectiva de idealização da modernidade. Este estudo pretende observar, estruturalmente, como se dá a percepção da condição periférica por meio de dois personagens das referidas obras de García Márquez. Pretende-se analisar também o propósito de aproximação entre a esposa do coronel de Ninguém escreve ao coronel e ...

  16. Modernidade, mixofobia e a configuração do espaço público : questões sobre civilidade em Águas Claras, Brasília – DF

    OpenAIRE

    Pereira, Lucas Brasil

    2017-01-01

    Cidade e modernidade têm origem convergente. Com recíproca influência, se transformaram mutuamente ao longo dos tempos. Sob a acachapante expansão do capitalismo, se agravaram as lógicas modernas e modificou-se a própria materialidade urbana, gerando novas dinâmicas e fenômenos citadinos que impactaram a civilidade – o ato fundamental da convivência urbana no qual a diferença e o estranho são respeitados sem que sejam invadidos. Da mesma forma, a própria configuração do fenômeno do espaço púb...

  17. El devenir de la modernidad: crisis del paradigma y acercamiento a una nueva epistemología social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Garrido Ferradanes

    2003-10-01

    Full Text Available En la primera parte del artículo desarrollaremos la tesis de la muerte de la modernidad por obra y gracia de su éxito absoluto. Por otra parte, creemos necesario, así mismo, realizar un análisis de la sociedad en la que nos vemos inmersos, la sociedad de la información, que realizaremos en la segunda parte del artículo. Nuestro argumento es que la globalización es una consecuencia de la modernidad, es más: supone el culmen, el éxito, el triunfo del proyecto modernizador. La modernidad se irradia desde Occidente y debido a su lógica interna es eminentemente expansionista. Ahora bien, cuando esa expansión es total la modernidad estalla, muere victima de su propio éxito. Todo esto se ve agudizado por un cambio de Paradigma, del Paradigma Industrial al Informacional, lo que nos legitima para hablar de la entrada en la Sociedad de la Información, donde la información es el motor de la engranaje, donde el conocimiento se refracta continuamente y se emplea en la re-generación de si mismo. En esta sociedad surge un nuevo actor social: La empresa-red, cuyo crecimiento, expansión y generalización implica el socavamiento de los Estado-nación, principales actores de la modernidad. En el presente artículo explicaremos y analizaremos el argumento anteriormente citado, y encontraremos que las consecuencias de la modernidad se han convertido en las características de la globalización: riesgo, información y reflexividad. A la luz de los teóricos actuales más relevantes intentaremos analizar este proceso de cambio social radical.

  18. Un caso de modernidad arquitectónica regional en el noroeste mexicano. La ciudad de Culiacán

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alejandro Ochoa Vega

    1993-12-01

    Full Text Available Definitivamente, el objetivo de abordar las características de la modernidad arquitectónica en una ciudad del norte de México, no se relaciona sólo por la aportación sobresaliente y aislada de las obras - aunque si haya ejemplos a rescatar-, sino al impacto ambiental que significó la implantación de las modernidades racionalista y funcionalista, aunado a la destrucción de edificios antiguos y la especulación del suelo en el contexto de la ciudad en su conjunto.

  19. NICOLÁS GÓMEZ DÁVILA Y LAS RAÍCES GNÓSTICAS DE LA MODERNIDAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo A. Abad T.

    2010-01-01

    Full Text Available En sus Escolios, Nicolás Gómez Dávila hace manifiesta la relación existente entre las antiguas nociones gnósticas y las pretensiones ilustradas de la modernidad. Al determinar los fundamentos del gnosticismo en un conocimiento que se eleva sobre la fe, ubica rasgos análogos en el pensamiento moderno, principalmente en la llamada "Ilustración". Enfocado en su crítica de la modernidad, el autor desestima las pretensiones ilustradas y la imagen optimista y autosuficiente que el hombre asume a partir de ellas.

  20. La Modernidad y Sus Dilemas en la Era Del Mercado: ¿Hay Algún Futuro Posible?

    OpenAIRE

    Ibarra-Colado,Eduardo

    2010-01-01

    El trabajo discute a la globalización como el momento moderno que exacerba sus contradicciones, en tanto, proyecto civilizatorio basado en la ética de la dominación. Al iniciar en la conquista, se plantea la esencia de la modernidad como un proyecto basado en la fuerza y la violencia. Al imponerse hacia fuera, la modernidad inició sus propias disputas internas, que se tradujeron en la confrontación de dos proyectos, el basado en la razón instrumental y el mercado; y el basado en la razón de e...

  1. Allah in Deutschland?”: representações da comunidade islâmica na revista Der Spiegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Maria Leal de Assunção Martinho Toldy

    2009-09-01

    Full Text Available Pretende-se apontar alguns elementos para a análise da forma como a comunidade islâmica na Alemanha é representada na revista Der Spiegel. O objetivo último é analisar como os meios de comunicação social espelham as potencialidades e os limites de alguns conceitos que têm sido fundamentais na modernidade e que parecem estar sendo questionados na pós-modernidade, nomeadamente, o próprio conceito de modernidade, mas também os de secularização e dos direitos humanos. Palavras-chave: Modernidade; colonialidade; secularização; gênero e direitos humanos. Resumen Se pretende señalar algunos elementos necesarios para analizar la manera en que la comunidad islámica en Alemania está representada en la revista Der Spiegel. El objetivo último es analizar cómo los medios de comunicación social reflejan las potencialidades y los límites de algunos conceptos que han sido fundamentales en la modernidad y que parecen estar cuestionados en la postmodernidad, principalmente el propio concepto de modernidad, pero también los conceptos de secularización y de los derechos humanos. Palabras-clave: Modernidad; colonialidad; secularización; género y derechos humanos. Abstract The text aims to identify some useful elements for the analysis of the representations of the Islamic community in Germany present in the magazine Der Spiegel. The final aim is to analyse how media reflect the potentialities and limits of some of the basic concepts of modernity which are under fire in postmodern times, such as “modernity” itself, but also “secularization” and “human rights”. Keywords: Modernity; coloniality; secularization; gender and human rights.

  2. Presentación social del cuerpo, postcolonialidad y discursos   sobre la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josep Martí Perez

    2012-12-01

    Full Text Available El cuerpo constituye un privilegiado ámbito de trabajo para indagar sobre cómo se conceptualiza y manifiesta la modernidad en cualquier sociedad. El objetivo de este artículo es contribuir a una mejor comprensión de los procesos de modernización en el contexto de las sociedades africanas a partir precisamente de la problemática de la presentación social del cuerpo. Tras una breve discusión sobre la tan controvertida dicotomía “tradición‐modernidad”, en el artículo se elabora un marco teórico centrado en la relación que podemos establecer entre presentación social del cuerpo y discursos so‐ bre la modernidad. Si esta problemática posee un indudable interés para el ámbito académico, resul‐ ta innegable que también posee relevancia social y constituye, además, un tema claramente político. La subalternización, ya se trate a nivel de clase, de género, de etnia o de edad se sirve de la presenta‐ ción social del cuerpo para marcar, justificar o mantener relaciones jerárquicas de orden social.  

  3. Técnica, Modernidade e Educação Formal Pública. Technique, modernity and public formal education

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva, Cesar Augusto Alves da

    2009-05-01

    Full Text Available A educação formal oferecida pelas escolas públicas estaduais paulistas, em seus níveis fundamental II e médio, sofre com inúmeros problemas para se realizar plenamente. Acreditamos que o principal deles seja a incidência da perversa lógica industrial e de mercado sobre o comportamento dos alunos quando estão fora daquela instituição pública. Tendo seu início no período a que se convencionou denominar ? ?modernidade ? ?, a lógica da máxima eficiência em conseguir o maior ganho no menor espaço de tempo possível atingiu a totalidade das relações sociais no mundo contemporâneo e se utilizou da técnica e da ciência para lograr esse objetivo. A configuração econômica erigida pelas relações de produção capitalistas produziu um ambiente onde a técnica, transformada em instrumento, objetos e padrão na forma de agir, molda o comportamento dos seres humanos viventes de modo a facilitar atividades cotidianas: reduzindo etapas, diminuindo a necessidade de um pensamento complexo e elaborado para realizá-las e instaurando um automatismo. Além disso, a aceleração do ritmo de produção das fábricas ultrapassou seus muros e atingiu a vida dos seres humanos fora dela criando um clima social e cultural de alta velocidade. Nosso objetivo é demonstrar que este é um cenário propício para tornar a educação formal desinteressante, pois desnecessária, já que o comportamento irrefletido e, portanto, apenas de submissão e adaptação, é o exigido socialmente da maioria dos seres humanos – em especial, os jovens. A conclusão a que chegamos é a de que o clima cultural produzido pela formação social é totalmente avesso ao necessário para a educação formal.The formal education provided by the Sao Paulo state public schools in their levels II and basic medium, suffers from many problems to complete. We believe that the main of them are coming from industrial and perverse logic of the market that dominates the

  4. Vozes dissidentes e modernidades dissonantes na América Latina: legados e projetos de Bolívar e Martí em Darcy Ribeiro = Dissident voices and dissonant modernities in Latin America: legacies and projects from Bolívar and Martí in Darcy Ribeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ribeiro, Adelia Maria Miglievich

    2015-01-01

    Full Text Available Estudamos o pensamento de Darcy Ribeiro e sua recepção da utopia da Pátria Grande, de Simon Bolívar, que ganhou maior solidez em Nuestra América, de José Martí. Pretendemos capturar o argumento central de Ribeiro, a saber, seu diagnóstico das causas do desenvolvimento desigual no subcontinente que pode servir para superar uma visão autodepreciativa que veria a América Latina como reflexo infeliz da modernidade do Norte. Compreendemos, desta perspectiva, Darcy Ribeiro como partícipe do movimento intelectual que antecipa o “giro decolonial” mediante a crítica à metanarrativa da modernidade hegemônica, de modo que sua antropologia apresenta de forma inédita os povos americanos no processo civilizacional mundial não mais como expressão ultrapassada de uma história já vivida pelas populações do norte em tempos pretéritos, mas como formações étnicas singulares e coetâneas no capitalismo moderno

  5. A noção de crença e suas implicações para a modernidade: um diálogo imaginado entre Bruno Latour e Talal Asad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emerson Giumbelli

    2011-06-01

    Full Text Available Trata-se de refletir sobre as implicações da presença da noção de crença na modernidade. Constituída em um projeto crítico, que acarretou sua fragilização ontológica, a noção de crença foi fundamental para a definição moderna de religião. Por outro lado, a modernidade não deixou de incorporar positivamente a mesma noção, o que se evidencia em seu compromisso declarado com o princípio da "liberdade de crença". O texto estabelece conexões entre os sentidos da definição moderna de crença e a construção também moderna da noção de sociedade. Nessa articulação são considerados temas como liberdade e sujeição e situações como o estatuto da credulidade e da blasfêmia. Seu percurso e seu resultado se estabelecem em diálogo com a obra de dois autores, Bruno Latour e Talal Asad.The article aims to reflect on the implications of the presence of the category of belief in modernity. Formed in a critical project, which led to its ontological weakening, the notion of belief was fundamental to the modern definition of religion. On the other hand, modernity did not fail to positively incorporate the same notion, which is evident in its stated commitment to the principle of "freedom of belief". The text establishes connections between the senses of the modern definition of belief and the modern construction of the notion of society. In this exploration, themes as freedom and subjection and situations are considered, as well situations as the status of credulity and blasphemy. Its course and its outcome are set in dialogue with the work of two authors, Bruno Latour and Talal Asad.

  6. A Tese da Singularidade Brasileira Revisitada: Desafios Teóricos Contemporâneos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio B. F. Tavolaro

    2014-09-01

    Full Text Available A tese da singularidade brasileira é a ideia-força mais penetrante do pensamento social brasileiro. Como nenhuma outra, ela tem logrado circunscrever e orientar a agenda de reflexão e pesquisa acerca da experiência social no país. Vislumbrada como singular em relação a outras, a sociedade brasileira é tornada uma categoria analítica e, na mesma proporção, em um objeto de investigação privilegiado, merecedor de esforços explicativos e interpretativos específicos. Por meio de uma análise de alguns dos mais célebres exercícios de interpretação do Brasil, o presente artigo pretende revisitar essa tese, interpelando-a em algumas de suas principais manifestações, com o propósito inicial de identificar os elementos que a consubstanciam. Almeja, em segundo lugar, avaliar como ela reage aos crescentes desafios lançados contra o discurso sociológico da modernidade por elaborações teóricas contemporâneas, dentre as quais o debate em torno da modernidade global, das modernidades múltiplas, da condição pós-colonial e da decolonialidade do saber/poder.

  7. As teorias da matéria de Francis Bacon e Robert Boyle: forma, textura e atividade

    OpenAIRE

    Luciana Zaterka

    2012-01-01

    O presente estudo pretende contribuir para o entendimento da química seiscentista, especialmente para aspectos das teorias da matéria presentes nas obras de Francis Bacon (1561-1626) e Robert Boyle (16271691). Considerados protagonistas da filosofia experimental na revolução científica da modernidade, esses autores podem enriquecer nossa compreensão da gênese teórica e histórica da química moderna. De fato, notaremos como suas respectivas noções de "forma" deixarão gradualmente de ter uma sig...

  8. Modernidad jurídica y “falacia naturalista”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Cianciardo

    2004-01-01

    Full Text Available La importancia de la llamada "falacia naturalista" en la filosofía jurídica de los dos últimos siglos es casi indiscutible, tanto por la frecuencia con que se la esgrime como argumento irrebatible contra el iusnaturalismo como por la centralidad que la defensa de su validez ocupa en el pensamiento positivista1. En las páginas siguientes se examinará brevemente una de las aristas del contexto filosófico en el que dicho argumento fue elaborado, la epistemológica, para pasar a continuación a su análisis y a la descripción de las respuestas dadas desde el iusnaturalismo. La intención es poner de manifiesto la conexión existente entre el argumento de la falacia y la modernidad jurídica.

  9. El tenis: Entre la modernidad y la postmodernidad = Tennis, between modernity and post-modernity

    OpenAIRE

    Turró i Ortega, Guillem; Vilanou i Torrano, Conrad

    2012-01-01

    En el presente artículo los autores ensayan una aproximación a la realidad tenística en tanto que metáfora de la modernidad y la postmodernidad (también llamada hipermodernidad). Sabido es que los orígenes del tenis se remontan a una época premoderna, cuando se conocía como jeu de paume, práctica de gran éxito durante el Antiguo Régimen. Se sostiene que este deporte permite reflexionar en torno a un conjunto de valores y características de nuestras sociedades actuales. La moda, la tecnología,...

  10. Razón y Racionalidad. Una Dialéctica de la Modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa María Ramírez Martínez

    2000-01-01

    Full Text Available En este trabajo se discute acerca de la distinción entre razón y racionalidad, pues se le ha colmado con prejuicios, imaginarios y mitos. Sin embargo, la comprensión del concepto de racionalidad lleva a la interpretación moderna del mundo y debido a la conexión entre teoría de la racionalidad y de la modernidad se puede construir una teoría de la sociedad. Para el análisis se recuperan aquellos autores que han enfatizado la ponencia crítica de la razón, para cuestionar como plantea Habermas las aporías de la razón y reivindicar el proyecto emancipador de la propia razón, rescatar el mundo de la vida de la racionalidad instrumental para crear la posibilidad de una sociedad verdaderamente humana.

  11. ENSINO DE GEOGRAFIA, EDUCAÇÃO RURAL E EDUCAÇÃO DO CAMPO: MODERNIDADE, SUBALTERNIDADE E RESISTÊNCIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tássia Gabriele Balbi de Figueiredo e Cordeiro

    2009-12-01

    Full Text Available Refletiremos neste artigo acerca de como o ensino de geografia é ministrado nas escolas rurais, para tanto relacionaremos a geografia escolar com o paradigma da educação rural, assim como apresentaremos a possibilidade de construção de um novo paradigma contra- hegemônico, a educação do campo. Esta relação entre a educação rural e o ensino de geografia, é vista por nós como pautada pelo paradigma moderno, que com seus ideais coloniais e eurocêntricos de dominação teria fomentado uma educação urbanocêntrica para as escolas rurais. Por fim, refletiremos sobre a possibilidade de um ensino de geografia articulado à construção de uma educação verdadeiramente do campo, questionando: umageografia do campo é possível?PALAVRAS-CHAVE: educação rural, educação do campo, ensino de geografia e modernidade.RESUMENReflexionaremos en este artículo sobre como la enseñanza de geografia es ministrada en lãs escuelas rurales, para eso relacionaremos la geografia escolar con el paradigma de la educación rural, así como presentaremos la posibilidad de construcción de un nuevo paradigma contra- hegemónico, la educación del campo. Esta relación entre la educación rural y la enseñanza de geografia es vista por  nosotros como pautada por el paradigma moderno, que con sus ideales coloniales y eurocéntricos de dominación habria fomentado una educación urbanocéntrica para las escuelas rurales. Por fin, reflexionaremos sobre la posibilidad de una enseñanza de geografia articulada a la construcción de una educación verdaderamente del campo, cuestionando: ¿es posible una geografia del campo?PALABRAS CLAVE: educación rural, educación de campo, enseñanza de la geografia y modernidad.

  12. Cultura, política y modernidad / Cultura, medios y sociedad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Montagut

    1999-01-01

    Full Text Available Jesús Martín Barbero y otros. Cultura, política y modernidad Ces, Universidad Nacional Bogotá. 1998. 427 págs. Los ensayos que se presentan en Cultura, medios y sociedad contienen catorce artículos de diferentes autores: Fabio López de la Roche, Beatriz Sarlo, William Rowe, Ana María Ochoa Gautier, Ana María Lalinde, Jaime Eduardo Jaramillo, Jorge Orlando Melo, Jairo Chaparro Valderrama, Germán Muñoz, José Fernando Serrano, Luz Guillermina Sinning. Este libro presenta un énfasis en los medios de comunicación (en su acepción más amplia desde los libros hasta el internet como corolario de los cambios de lo que se ha llamado las tradiciones culturales, las prácticas de sociabilidad urbana y popular para una aparición de los puntos de vista de lo local, el  multiculturalismo y la globalización. / Gabriel Restrepo y otros. Cultura, medios y sociedad. Ces, Universidad Nacional Bogotá. 1998. 319 págs. Cultura, política y modernidad abre con una interesante discusión sobre "las ciencias naturales y las ciencias del espíritu" como las denomina su autor Hans Ulrich Gumbrecht , en la cual se realiza una reflexión sobre las maneras "posmodernas", "estructuralistas" y" deconstruccionistas" de escribir, empezando con el ya manido chiste de Sokal.

  13. De cómo tuvieron lugar ambivalencias en la modernidad De cómo tuvieron lugar ambivalencias en la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maya Aguiluz Ibargüen

    2006-10-01

    Full Text Available This article combines a reading of Zygmunt Bauman’s book on the relationship between Modernity and Ambivalence with an interpretation of the social construction of ambivalence into a particular modern project based on the cultural classification between natives and strangers, as an ambivalent social condition. mong the complex diversity of the transformation of the Jewish, and others strangers into ared, nd ‘adiaphorized’ bodies to the Nazi regime, my article focuses on one of them the increased nfluence f one eugenic idea into the realm of semantic of distinctions between values that finally oncluded in the limination of non-values lives.Este artículo combina un acercamiento al libro de Zygmunt Bauman sobre el parentesco de Modernidad y Ambivalencia con una interpretación de la construcción social de la ambivalencia dentro de un particular proyecto moderno, donde operó la clasificación cultural entre nativos y extraños, ésta como condición social ambivalente. En términos más precisos, dentro de la complejidad implicada en la transformación de la ‘extrañeidad’, encarnada por los judíos y otros, en ‘cuerpos imposibles’ y ‘adiaforizados’ (indiferentes, para el régimen nazi, el presente artículo enfoca la influencia de una idea eugenésica dentro del ámbito de una semántica de las distinciones entre valores que derivó finalmente en la eliminación de vidas sin valor.

  14. Apontamentos para uma sociologia da valentia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliézer Cardoso de Oliveira

    Full Text Available Resumo O artigo objetiva a construção de uma tipologia da valentia a partir da sociologia compreensiva de Weber, Simmel e Elias. A valentia é considerada como uma escolha valorativa de indivíduos inclinados a levarem uma vida de aventura e convictos da legitimidade de um estilo de vida baseado na proximidade com a violência, com a morte e com o risco. Mesmo com o advento da modernidade, quando emergiu o “processo civilizador”, responsável por refrear os instintos violentos, a valentia, restringida na vida cotidiana, mantém-se atuante como um valor social legítimo.

  15. Modernidad y Religión al Filo de Dos Siglos. Una Reflexión Inconclusa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis A. Várguez Pasos

    2000-01-01

    Full Text Available Modernidad y religión son categorías que actualmente han cobrado inusitado auge, en la reflexión sobre la sociedad en gen eral y la de América Latina en particular. Con el ánimo de contribuir a la discusión iniciada, en este trabajo se analiza la modernidad en tanto concepto metodológico, el significado que ha tenido en los últimos quinientos años de la historia de México, su impacto en la religión y algunos problemas que enfrenta la Iglesia Católica ante dicho fenómeno.

  16. Meditaciones anti-cartesianas: sobre el origen del anti-discurso filosófico de la modernidad

    OpenAIRE

    ENRIQUE DUSSEL

    2008-01-01

    Descartes pasa por ser el primer filósofo moderno. Si se interpreta la Modernidad tal como lo hace el pensamiento decolonial o la filosofía de la liberación habría que resituar el siglo XVI, y los filósofos de ese siglo, como el origen de la filosofía moderna y no a Descartes. Además, Descartes fue alumno de los filósofos hispanos del siglo XVI contra los que se opina. El antidiscurso de la Modernidad no surge en la Ilustración sino al inicio del proceso de la conquista. Hay entonces que repl...

  17. A sociologia dual de Roberto Da Matta: descobrindo nossos mistérios ou sistematizando nossos auto-enganos?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Jessé

    2001-01-01

    Full Text Available O artigo critica os estudos que analisam a formação social brasileira segundo o paradigma teórico do personalismo, privilegiando o debate com a sociologia dual de Roberto da Matta. Sob o ponto de vista metateórico, critica a pressuposição, o mais das vezes implícita, de um conceito unilateral e indiferenciado de modernidade ocidental que torna possível a definição do Brasil como o "outro" da modernidade. Sob o ponto de vista mais propriamente teórico, critica-se a ausência de uma teoria da estratificação social que permitisse uma adequada compreensão da relação entre os valores e sua institucionalização. A segunda parte do artigo propõe uma interpretação alternativa à de Da Matta, na qual a consideração de aspectos negligenciados pela análise desse autor permitiria perceber a convivência entre atraso e modernidade, assim como a coexistência entre possibilidade de real ascensão social e marginalização que sempre caracterizaram a sociedade brasileira. O conceito alternativo proposto para a dinâmica de desenvolvimento brasileiro é o de uma "modernidade seletiva", a qual possuiria, historicamente, uma dinâmica de classe, a partir da apropriação diferencial da influência e dos valores europeus.

  18. La tercera revolución de la modernidad; la revolución reproductiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JULIO PÉREZ DÍAZ

    2008-01-01

    Full Text Available La "modernidad", además de las revoluciones económica y política, ha requerido también una revolución reproductiva, entendida como un cambio de escala, históricamente reciente e irrepetible, en la eficiencia de la reproducción demográfica. Este concepto, además de clarificar el papel jugado por los cambios demográficos en el proceso de modernización, ofrece una mejor integración entre sociología y demografía. La primera ha infravalorado la relevancia social de la reproducción sexual, la supervivencia o el reemplazo generacional. Se argumentan algunas implicaciones del concepto propuesto, utilizando como hilo conductor las ideas de Davis (1937 sobre el futuro de la familia y de la fecundidad (por su sorprendente vigencia y por la nueva luz que adquiere. Incluyen el descenso del trabajo reproductivo, el declive del patriarcado, la desregulación social de la sexualidad, el paso del género a la generación como eje de distribución de roles productivos-reproductivos, el "envejecimiento demográfico" o la madurez de masas.

  19. Una crítica acéfala para la modernidad latinoamericana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raúl Antelo

    2014-06-01

    Full Text Available Adorno (1971 consideraba que el modernismo es tan sólo un aspecto, quizás incluso irrelevante, del proyecto moderno y alertaba, a su modo, contra la tentación de sacrificar la parte para salvar el todo, aunque era consciente, sin embargo, del riesgo que comportaba una excesiva o absorbente identificación de la parte con el todo. Criticar el modernismo no necesariamente debe confundirse con negarle validez a la modernidad tout court. Pero, alertados acerca de ese riesgo, se debe, sin duda, emprender una crítica al modernismo porque, no hacerlo, puede abrirle el camino, como lo está abriendo, al más torpe neoconservadurismo –Alain Badiou (2007, con inocultable galocentrismo, nos diría, más bien, al petainismo– de una política que postula sin tregua un retorno acrítico y nostálgico al pasado.

  20. Narrativas de la modernidad religiosa contemporánea: las nuevas tradiciones de lo antiguo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pablo Wright

    2013-01-01

    Full Text Available Resumen. Este trabajo analiza el modo en que movimientos religiosos contemporáneos recrean pasados históricos y tradiciones religiosas dentro de nuevos marcos organizacionales y cosmológicos, los que pueden verse como una crítica cultural a la modernidad que ellos experimentan como sujetos históricos. Desde una perspectiva antropológica, exploro los casos del neo-paganismo lituano, por una parte, y del culto brasileño del Santo Daime, por la otra. De esta forma, se identifican elementos clave de su imaginación religiosa, condensados en rituales, mitos y organización social, los que expresan una muy creativa reinvención de tradiciones. Argumento aquí que ésta implica una compleja reconstrucción simbólica del tiempo y del espacio en la cual las nuevas visiones de lo antiguo juegan un rol cultural y político central.

  1. Violencia y control social: el debilitamiento del orden social de la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Riella

    2001-01-01

    Full Text Available El objetivo de este artículo es analizar los crecientes fenómenos de violencia en las sociedades contemporáneas como una expresión más del debilitamiento del modelo de control social construido con la modernidad. Para ello se repasan los enfoques tradicionales sobre la violencia, se señalan las principales características de la nueva morfología de las sociedades actuales y se discuten las recientes interpretaciones sociológicas sobre estos fenómenos. El artículo concluye planteando que existe una búsqueda por imponer un nuevo modelo de control social, que denominamos posdemocrático, que busca naturalizar las desigualdades sociales que generan los conflictos de las sociedades contemporáneas enfrentándose a un modelo alternativo que procura ampliar las formas de negociación de las crecientes desigualdades y conflictos que en ellas se generan.

  2. Modernidad y tipología. Algunos interrogantes acerca de la arquitectura de Le Corbusier

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dra. Arq. Adriana Collado

    2017-07-01

    Full Text Available Este trabajo surgió de un seminario de posgrado cursado en la FADU-UNL, donde se discutió si las composiciones de los trazados reguladores corbusieranos  o la recurrencia a soluciones prototípicas en la vivienda en serie, constituían manipulaciones tipologistas, apareciendo el interrogante acerca de cómo estas operaciones se articulaban con las lógicas proyectuales propias de la modernidad. Esta idea detonó una indagación, que más tarde se profundizó a través de un seminario que la autora lleva adelante en la misma facultad desde 2004, respecto de la pertinencia de encuadrar a Le Corbusier como tipologista. El objetivo de este trabajo estuvo centrado en verificar la posibilidad y riqueza que puede presentar el concepto de tipo para analizar la obra de Le Corbusier, mostrando las alusiones explícitas o implícitas al concepto realizadas por la historiografía o la crítica e indagando en la producción teórica del propio Le Corbusier, la aproximación a este concepto. Palabras clave arquitectura moderna; tipología; modelo; Le Corbusier

  3. Michel Maffesoli: a pós-modernidade se orienta para "algo de anarquista"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Portanova Barros

    2013-12-01

    Full Text Available O sociólogo francês Michel Maffesoli concedeu esta entrevista no dia 10 de dezembro de 2012, em Paris, na sua residência, alguns dias após a morte de seu mestre, o antropólogo Gilbert Durand, autor de, entre outros, As estruturas antropológicas do imaginário. Na obra de Maffesoli, é clara a influência de seu amigo o mestre Gilbert Durand. Em uma das passagens de Homo eroticus – Des communions émotionnelles (CNRS Editions, 2012, Maffesoli relaciona C.G. Jung a Durand, lembrando que as histerias coletivas se encontram nas raízes daquilo ambos chamavam “psique objetiva”, ou seja, um conjunto estrutural psíquico de longa tradição, o “inconsciente coletivo” junguiano. O próprio Maffesoli reconhece dever a Durand a idéia de que a essência do gênero humano residiria no equilíbrio conflitual. Nesta entrevista, ele fala de imaginário, pós-modernidade e cultura e anarquismo.

  4. A construção da identidade profissional de professores de Matemática em início de carreira

    OpenAIRE

    Oliveira, Hélia Margarida Aparício Pintão de, 1965-

    2004-01-01

    Tese de doutoramento em Educação (Didáctica da Matemática), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Ciências, 2004 Esta investigação visa estudar a construção da identidade profissional do professor de Matemática no início da sua carreira, tendo em conta a sua biografia, o seu conhecimento profissional, os processos relacionais em que se envolve, os contextos escolares e as condições sociais da pós-modernidade. Foi realizado um estudo longitudinal com quatro professore...

  5. La figura del consumidor en la modernidad: Un análisis simmeliano de las estrategias empresariales de marketing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Szlechter

    2007-11-01

    Full Text Available En este trabajo se abordan los vínculos existentes entre la figura del consumidor en la modernidad -la cual es descrita por Simmel en su libro “La filosofía del dinero”- y la que se encuentra presente en las estrategias de marketing de las empresas modernas. La división del trabajo y la diferenciación social han producido una intelectualización de la vida en la modernidad, en la cual la cultura objetiva y los productos culturales han adquirido vida propia, independientemente de sus creadores, los cuales son cada vez más anónimos. Este proceso posibilita un distanciamiento del sujeto respecto de las cosas. El dinero o, en términos de Simmel, la economía monetaria, unifica a todos los productos a través de un valor abstracto. Estos se convierten de fines en sí mismos a medios para otros fines. De esta manera, se disparan 2 caminos posibles, los cuales reflejan el carácter ambivalente de la modernidad: por un lado, este   sujeto puede conquistar un ámbito privado de percepción hiperdesarrollada de ese mundo, logrando independizarse de las necesidades más inmediatas de la vida y desarrollando una sensibilidad de tipo estético respecto de la cultura objetiva, pero por otro lado, la proliferación del consumo y su penetración en casi todas las experiencias de la vida, puede socavar y alienar hasta la grieta más íntima que puede preservar el sujeto.

  6. El pabellón Niels Bohr. Tradición Danesa y Modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen García Sánchez

    2015-12-01

    Full Text Available La casa de invitados de Niels Bohr fue el primer edificio del arquitecto danés Vilhelm Wohlert (1920-2007. Arraigado a la tradición danesa, representa una renovación basada en la absorción de influencias extranjeras: la arquitectura americana y la tradición japonesa. La caja de madera tiene el carácter sensible de un organismo vivo, siempre cambiante según las variaciones de luz del día o temperatura. Puertas plegables y contraventanas generan extensiones de las habitaciones. Cuando se abren, crean una prolongación del espacio interior, que se extiende a la naturaleza circundante, y se expande hacia el espacio exterior, permitiendo su movilización. Se establece una arquitectura de flujos. Protagoniza un ejemplo de la modernidad como refinamiento en la técnica de los límites y la idea de que la arquitectura no es un objeto material, sino el espacio generado en su interior. Podría ser visto como un ikebana; “el arte del espacio”, donde se produce una circulación de aire entre sus componentes; algo vivo que expresa la tercera dimensión, el equilibrio asimétrico, un interés por la materia, su textura y efecto emocional que emana. Hay armonía y equilibrio, que transmiten serenidad y belleza; un encuentro con la naturaleza; un mundo de relaciones amable al ser humano.

  7. El tenis: Entre la modernidad y la postmodernidad = Tennis, between modernity and post-modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillem Turró i Ortega

    2013-04-01

    Full Text Available En el presente artículo los autores ensayan una aproximación a la realidad tenística en tanto que metáfora de la modernidad y la postmodernidad (también llamada hipermodernidad. Sabido es que los orígenes del tenis se remontan a una época premoderna, cuando se conocía como jeu de paume, práctica de gran éxito durante el Antiguo Régimen. Se sostiene que este deporte permite reflexionar en torno a un conjunto de valores y características de nuestras sociedades actuales. La moda, la tecnología, la diversidad sexual y étnica, el espectáculo, la publicidad, la aceleración, el erotismo, el éxito y el fracaso o el capitalismo globalizado aparecen como componentes imprescindibles para poder captar el fenómeno tenístico en toda su amplitud. Igualmente, la historia del tenis puede servir para ilustrar como a través del deporte se puede comprender la evolución socio-cultural de la civilización occidental. --------------------------------------------In this paper, the authors investigate an approach to the practice of tennis as a metaphor of modernity and post-modernity (also called hypermodernity. It is a wellknown fact that the origins of tennis go back to pre-modern times, when it was known as jeu de paume and widely practiced during the Ancient Regime. The autors, argue that this sport enables reflection on a series of values and features of modern society. Fashion, technology, sexual and ethnic diversity, spectacle, advertising, acceleration, eroticism, success and failure or globalised capitalism emerge as indispensable elements for understanding the tennis phenomenon in all its breadth. Likewise, the history of tennis may also illustrate how the sociocultural evolution of Western civilisation can be understood through spor. 

  8. Deporte y modernidad: caso colombia. del deporte en sociedad a la deportivización de la sociedad

    OpenAIRE

    Quitián Roldán, David Leonardo

    2012-01-01

    El deporte es, quizá, la expresión más potente de la modernidad: surge con la industrialización y la urbanización, teniendo como epicentro los clubes londinenses. Sin embargo, su difusión desde la metrópoli victoriana y la apropiación de los principios morales que encarnaba en cada sociedad merece un escrutinio detallado, considerando escenarios de lucha, como su popularización a través de expresiones como el fútbol y el ciclismo. El presente artículo pretende realizar un recorrido analítico ...

  9. LECTURAS... LA MODERNIDAD LATINOAMERICANA EN SU LABERINTO. UNA, DOS, TRES CIUDADES---¿CUÁNTAS CABEN EN UNA?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Florinda Sznol

    1999-12-01

    Full Text Available Alrededor de dos conceptos complementarios e igualmente desafiante de la imagen tradicional de ciudad, desarrolla Nestor García Canclini su mirada sobre el mundo urbano contemporaneo: por un lado, designa procesos de Hibridación para refererse a las diversas mezclas interculturales con constituyentes la modernidad y le dan un perfil específico en America Latina y por otro retrata a partir de la idea de fragmentacion, la experiencia cotidiana de los ciudadanos en las grandes urbes.

  10. A UNIVERSIDADE E A "SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO" LA UNIVERSIDAD Y LA "SOCIEDAD DE LA INFORMACIÓNS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Nélida González de Gómez

    2011-07-01

    Full Text Available Podemos dizer que a Sociedade da Informação ocupa o lugar e assume as expectativas que outrora eram projetadas na Modernidade. Para Habermas, o entendimento do presente passa por pensar no avançar desde e além da modernidade parcial, não já como superada (como quando se fala da pós-modernidade, nem como uma ficção a ser simplesmente negada (como quando se afirma que jamais fomos modernos. Trata-se de pensar, com esses pontos de partida, se estamos hoje a buscar soluções vicariantes ao déficit sistêmico daquela modernidade incompleta, ou se, superando uma modernização periférica ou tardia, empreendemos caminhos auto-reflexivos e inovadores para definir e construir novas configurações do conhecimento, da comunicação e da informação. Como resposta às demandas das quais a Sociedade da Informação é ao mesmo tempo sintoma, apelação e desafio, as Universidades do Brasil e da América Latina tem em suas mãos o poder e a dívida de nutrir as variáveis epistêmicas de processos e práticas auto-reflexivos, gerando novas formas de um diálogo polifônico entre as esferas quase-públicas das Ciências, as plurais redes das tradições locais e os dilemas universais, que colocam hoje um novo cosmopolitismo informacional à luz de um repensar geral do devir da humanidade. Palavras-chave Sociedade da informação; Universidade; Bibliotecas universitárias Resumen Podemos decir que la sociedad de la información ocupa el lugar y asume las expectativas que ya fueran proyectadas sobre la Modernidad. Para Habermas, entender el presente es pensar en avanzar desde y mas allá de una modernidad parcial, ni superada(como cuando se habla de la pós-modernidad, ni puramente una ficción a se negada (diciendo que nunca fuimos modernos. Se piensa, con esos puntos de partida, si hoy buscamos soluciones vicarias del déficit sistémico de aquella modernidad incompleta, o si, superando una modernización periférica o tardía, iniciamos caminos

  11. Duración, simultaneidad histórica y discontinuidad o cómo asediar a la modernidad desde la utopía

    OpenAIRE

    José Guadalupe Gandarilla Salgado

    2013-01-01

    En este artículo se discuten los diversos planos en los que el programa sociocultural de la modernidad exhibe claroscuros que no son sino los síntomas de una crisis profunda y multiforme de la cual cualquier salida se promete laberíntica, pues compromete el futuro de la humanidad en una diversidad de planos, órdenes sociales y densidades temporales. Es así que los temas de la modernidad/colonialidad, la crisis de hondura histórica por la que atraviesa el capitalismo y los desafíos de la polít...

  12. Escritor, autor e leitor: presenças no mundo da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Bueno

    2012-08-01

    Full Text Available O livro Escrita e Leitura faz uma análise da literatura resultante da tese nietzschiana da morte de Deus à luz da modernidade. Texto produzido com rigor, afirma que a literatura é uma forma de resistência e dominação aos mecanismos sutis de ordenação da linguagem. O autor relata a análise da experiência literária e suas conexões com a produção da subjetividade na escrita e na leitura. Resgatando Foucault quando afirma que uma obra literária exige três presenças: do escritor que produz, do autor que publica e do leitor que interpreta o texto dentro de dupla subjetividade, do autor e do leitor.

  13. Ringue ou academia? A emergência dos estilos modernos da capoeira e seu contexto global

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matthias Röhrig Assunção

    2014-03-01

    Full Text Available A emergência dos estilos modernos de capoeira deve ser considerada no contexto global da modernização de artes marciais em curso na Europa e na Ásia, por um lado, e, por outro, da nova fase da modernidade negra. O confronto, no ringue, da capoeira com o jiu-jítsu e outras lutas levou mestre Bimba a desenvolver sua luta regional baiana. A revitalização da capoeira tradicional como capoeira de Angola, liderada por mestre Pastinha, insere-se no movimento mais amplo de afirmação da cultura afro-baiana em Salvador e da crescente visibilidade do corpo negro no mundo atlântico.

  14. Educação musical e uma nova hierarquia de valores no contexto da pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti

    2014-01-01

    Full Text Available Some reflections are proposed in the present article concerning the music education in the context of the Brazilian education. The contrasts of post-modernity within this period known as the Vargas Era are focused, an époque strongly characterized by the nationalistic ideology, the national identity. The study theoretically is based on the Theory of the Values anchored in the ideas of Scheler (1955, Reale (1996, Goergen (2005 and Werneck (2003. Also the thoughts of Hall (2003 and Bauman (2001, 2005, 2007 on the cultural identity in post-modernity and the concept of communities imagined of Anderson (1989, 2005 are used. It follows, then, an analysis of qualitative boarding of interviews half-structured accomplished with six professors of music. All the interviewed ones are formed by the National Conservatory of Orpheonic Chant, the main Brazilian institution of training of music professors of school regular education in the first half of the last century. In their interviews, they were detected reflective of values cultivated for the nationalistic ideology, in a parallel of the hierarchy of values of passed in contrast with the contexts the post-modern.

  15. Max Weber, as múltiplas modernidades e a reorientação da teoria sociológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wolfgang Knöbl

    2006-01-01

    Full Text Available Jusqu'à présent, la discussion sur les multiples modernités s'est attardée sur la recherche des contrastes possibles entre, d'un côté, les différentes voies vers la modernité et, de l'autre, les théories et concepts de civilisation, région etc. Il manque pourtant une discussion méthodologique systématique sur la façon de comparer des civilisations différentes face à ce qu'on appelle le Small N-problem (le problème du petit nombre de cas. Ce problème ébranle les meilleures recherches historiques et sociologiques sur l'Asie et l'Europe, montrant que la dite Ascension de l'Occident est assez réduite. Dans cet article, on trouve aussi des suggestions sur la façon de se servir de l'analyse des civilisations afin de travailler ces questions méthodologiques ainsi que des enseignements qu'on peut trouver chez les sociologues classiques tels que Max Weber.

  16. Modernidades e intimidad: aproximaciones conceptuales para el estudio de las transformaciones de las parejas heterosexuales en México

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guillermo Núñez Noriega

    2012-01-01

    Full Text Available El artículo tiene como objetivo presentar una reflexión informada sobre los planteos teóricos de la modernidad y su impacto en las parejas heterosexuales en los países desarrollados, elaborados por autores europeos y las investigaciones realizadas en las últimas décadas sobre las concepciones y relaciones de género, así como los conflictos y transformaciones de las parejas y las familias heterosexuales mexicanas (y latinoamericanas. El contraste entre ambas producciones académicas se realiza a través de cinco dimensiones analíticas. Finalmente, del análisis se deriva, una reflexión sobre la necesidad de pensar en las diferentes “modernidades” que existen en las diversas regiones del mundo y la importancia de la crítica a un discurso unívoco sobre la modernidad y el desarrollo al momento de realizar estudios en el ámbito de la pareja y la familia.

  17. Mídia, cotidiano e cidade. Construções e desconstruções da observação como método

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    paulo celso da silva

    2014-07-01

    Full Text Available Utilizando a estética ensaística e a observação enquanto método de apropriação imediata do cotidiano, o texto pretende oferecer uma reflexão acerca das questões que envolvem o espaço, comunicação, mídia na sociedade atual. Esta é vista pela ótica da pós-modernidade na qual a relação espaço, virtual e flexibilidade a diferencia da modernidade em que o tempo, máquina e rigidez comandavam as ações e reflexões do dia a dia das pessoas. O aporte na comunicação é dado pela subárea da geografia da comunicação utilizando obras que hoje podem ser consideradas clássicas nas ciências sociais e humanas. A figura o observador dialoga com o leitor sobre as questões que surgem no caminho cotidiano. Palavras-chave: Mídia, cotidiano, cidade, geografias da comunicação, pós-modernidade

  18. La mujer caboverdeana en la Argentina, entre tradición y modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta M Maffia

    2009-07-01

    Full Text Available Para analizar la temática propuesta en este trabajo, nos remitimos en primer término, al estudio de la organización familiar caboverdeana y de la ideología patriarcal que la sustenta en relación a la organización/formación social del archipiélago y su evolución, ya que se trata de una sociedad basada fundamentalmente en la vieja institución "escravócrata". Desarrollamos brevemente cuál fue el perfil de los primeros pobladores de las islas y la repercusión que ello tuvo en la configuración de la estructura social y en la emigración masiva de su población. En ese marco podrá entenderse el lugar de la mujer en la concepción caboverdeana de tradición mediterránea. Exploramos las nociones de machismo, virginidad y honra y su vinculación con el fenómeno de la emigración, para arribar finalmente a analizar la situación de la mujer caboverdeana en la Argentina, demarcando distintas etapas (desde su llegada hasta la actualidad, con especial énfasis en los cambios y el "interjuego ambivalente" entre "tradición" y "modernidad" que se producen en este particular contexto migratorio.In order to analyze the topic suggested in this paper, firstly we refer to the study of the Cape Verdean family organization and to the patriarchal ideology which supports it as regards the social organization/ formation of the archipelago and its evolution, as it is a society mainly based on the old "enslaving" institution. We briefly developed the profile of the first islanders arriving in Argentina and the impact this had on the social structure configuration and on the massive emigration of the population. From this context, it could be understood the role of women in the Cape Verdean concept of Mediterranean tradition. We explored the notions of machism, virginity and chastity (dignity and their connection with the migratory phenomenon, for then analyzing the Cape Verdean woman in Argentina, highlighting different stages (from their arrival to

  19. A relação das enciclopédias com os índices e a Web semântica: linhas de força para a organização e significação na pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Drumond MONTEIRO

    Full Text Available Resumo O estudo objetiva estudar o processo de significação (ou “semantização” que ocorre no ciberespaço, especialmente, por meio da Wikipédia, da Web semântica e dos bancos de conhecimento - Knowledge Databases - como o Freebase e o DBpedia, para citar os mais importantes, que modelam os dados com Resource Description Framework. Por meio de pesquisa documental, de revisão, buscou-se compreender esse movimento que constrói, no ciberespaço, uma rede ou teia de significações para ser recuperada, ativada e interpretada por máquinas e humanos. A partir da análise do corpus teórico, percebe-se a concepção de enciclopédia como Educação, depois como repertório de conhecimento, no mundo clássico, e como obra de referência, na modernidade. Na pós-modernidade ganha um novo plano de consistência, como organização semântica do saber e como banco de dados. No ciberespaço, os índices contemporâneos e a Wikipédia são um corpus em contínua renovação e expansão e estão interligados por metadados de representação semântica, que povoam as entidades dos bancos de conhecimento legíveis pelos agentes inteligentes. Essas relações colocam em ressignificação conceitos de enciclopédia, índices e até de Semântica, evidenciando os agenciamentos maquínicos e híbridos dos processos de organização e significação na pós-modernidade.

  20. Bruni: o sentido da docência formadora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilena Chaui

    2000-11-01

    Full Text Available A autora faz um retrato intelectual de José Carlos Bruni, destacando seu perfil acadêmico humanista e sua interpretação do pensamento de Augusto Comte, na qual Bruni reconstrói a problemática da ordem e do autoritarismo na modernidade.The author draws an intellectual profile of Jose Carlos Bruni stressing his humanistic academic achievement and his interpretation of Augusto Comte's thought in which Bruni reconstructs the question of order and authoritarianism in modernity.

  1. Condição de Acesso à Obra de Arte na Pós-Modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Portella Montardo

    2008-12-01

    Full Text Available O presente ensaio propõe que a interatividade como condição de acesso do público às manifestações artísticas pós-modernas não seja um fenômeno exclusivo da segunda metade do século XX. A idéia que se defende aqui é que a interatividade tenha se constituído como única alternativa de acesso à obra de arte desde o século XIX. Essa proposição torna-se possível na medida em que se situa as manifestações artísticas pós-modernas no âmbito da Época da Imagem do Mundo, expressão criada por Martin Heidegger para caracterizar a Idade Moderna, época em que, segundo o autor, deu-se o processo de estetização da obra de arte. Segundo esse processo, a arte passa a ser entendida como objeto, tornando-se acessível somente por meio da interação. Constata-se, assim, um distanciamento da expressão “obra de arte”, própria da Antiguidade Grega, a qual pressupunha a contemplação como única forma de apreciação.

  2. Modernidad y tradición en el pentecostalismo latinoamericano. Alcances socio-políticos en el Chile Actual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Oviedo Silva

    2009-12-01

    Full Text Available El crecimiento del pentecostalismo es el fenómeno religioso latinoamericano de mayor importancia cuantitativa en las últimas décadas del siglo XX. Las ciencias sociales han reflexionado sobre el nexo entre religión pentecostal y modernidad. Una aproximación antropológico-culturalista enfatiza el carácter premoderno de la religión pentecostal, pues es coherente con el fundamento supersticioso de la religiosidad popular latinoamericana. A partir del funcionalismo, el crecimiento pentecostal se explica por la anomia inherente al capitalismo desarrollista y por la necesidad de recomponer vínculos comunitarios y normativos. Para una visión marxista, la relación entre pentecostalismo y modernidad identifica un mecanismo de distinción y opresión de clases: se acentúa la desigualdad de la modernización latinoamericana mediante el énfasis de un individualismo trascendente que evita cuestionamientos sistémicos. Sin embargo, desde una mirada funcionalista influida por reminiscencias weberianas, el pentecostalismo puede ser compatible con un proyecto de modernidad, ya que el refugio religioso comunitario posibilita casos de movilidad social ascendente, legitimándose la estructura político-económica. El caso chileno es de especial interés porque puede estarse registrando una transformación cualitativa del mundo evangélico en un contexto de transición sociocultural y redefinición del debate político.____________________ABSTRACT:In quantitative terms, the Pentecostalism growth is the most important religious phenomenon in the last decades of XX century. Social sciences have reflected on the link of Pentecostalism and modernity. From an anthropological point of view, Pentecostalism emphasized a premodern condition, considering the superstitious base of Latin American popular religiosity. In turn, functionalists asses that the Pentecostal growth is explained because of the anomic process that comes from the development of capitalism in

  3. Liderança da enfermeira na perspectiva da ética pós-moderna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Amelia Costa Mendes

    2000-09-01

    Full Text Available Os enfoques administrativos oriundos da modernidade estão, cada vez mais, se tornando obsoletos face às necessidades das organizações, sobretudo, daquelas prestadoras de serviços como é o caso das instituições de saúde, bem como de seu capital humano. Sendo a racionalidade o elemento essencial na consecução dos objetivos organizacionais, a ética moderna exige apenas que os trabalhadores se ajustem aos cargos descritos e às normas de desempenho no cumprimento de suas tarefas. A pós-modernidade é caracterizada pela saturação de informação e consumo, pelo prazer de usar bens e serviços, pela ausência de valores e de sentido para a vida, refletindo a apatia pós-moderna. Sem projetos, a vida interior do homem é sem substância. As organizações de saúde estão sofrendo fortes influências deste contexto. Nesse sentido, a ética precisa ser tratada de maneira nova. Assim sendo, nosso propósito é abordar a liderança da enfermeira à luz da ética pós-moderna.

  4. Piaget, Vygotsky e Wallon: contribuições para os estudos da linguagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caciana Linhares Pereira

    2012-06-01

    Full Text Available O presente artigo aborda alguns aspectos da relação entre linguagem e pensamento na criança a partir das teorias de Piaget, Vygotsky e Wallon. Os aspectos analisados nos permitem situar estes autores no debate - tipicamente moderno - que envolve as complexas relações entre linguagem e pensamento. Constata-se que a modernidade do pensamento dos três autores comparece, sobretudo, no abandono de uma perspectiva instrumental da linguagem e no estabelecimento de proposições que tomam a linguagem como uma função constitutiva do próprio pensamento.

  5. El hombre de la multitud y El pintor de la vida moderna: la influencia de Edgar Allan Poe en la construcción del concepto de modernidad de Baudelaire

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Pizarro Obaid

    2012-04-01

    Full Text Available El siglo XIX dio lugar a nuevas formas de subjetividad metropolitana que tuvieron en el cuento "El hombre de la multitud", de Edgar Allan Poe, un tratamiento excepcional. Es innegable la relevancia de este relato al interior de su obra, así como su aporte al desarrollo del género narrativo. Sin embargo, el cuento de Poe puede ser considerado, a su vez, como una fuente de notable infl uencia en la redefi nición del concepto de modernidad que Baudelaire plasmará en su obra "El pintor de la vida moderna". Al examinar el personaje anónimo de "El hombre de la multitud" y la singularidad del Sr. G, pintor que da fundamento a la crítica de la tradición pictórica de costumbres, quedará en evidencia como los principales argumentos de Baudelaire sobre el arte y las nuevas formas de habitar la ciudad moderna encuentran en el relato de Poe una significativa fuente de inspiración.

  6. Mutaciones culturales de Chiloé: los mitos y las leyendas en la modernidad neoliberal isleña

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Mansilla Torres

    2009-01-01

    Full Text Available El conflicto entre tradición y modernidad cultural de las islas de Chiloé, Chile, agudizado a partir de la década de 1980 cuando Chiloé se convierte en un centro de producción acuícola para la exportación a gran escala, re vive, en los umbrales del siglo XXI, el mito fundacional de las islas: Ten-ten Vilú, la serpiente de la tierra que defiende a los humanos, y Cai-cai Vilú, la serpiente del agua que quiere exterminarlos. Chiloé se halla en una etapa si no refundacional sí de profundas mutaciones de su identidad, etapa en la que, nuevamente, como en los orígenes mitológicos, se enfrentan fuerzas, al parecer irreconciliables, que tensionan el modo de ser, de habitar y de soñar de los chilotes.

  7. Deporte y modernidad: caso Colombia. Del deporte en sociedad a la deportivización de la sociedad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Leonardo Quitián Roldán

    2013-01-01

    Full Text Available El deporte es, quizá, la expresión más potente de la modernidad: surge con la industrialización y la urbanización, teniendo como epicentro los clubes londinenses. Sin embargo, su difusión desde la metrópoli victoriana y la apropiación de los principios morales que encarnaba en cada sociedad merece un escrutinio detallado, considerando escenarios de lucha, como su popularización a través de expresiones como el fútbol y el ciclismo. El presente artículo pretende realizar un recorrido analítico y panorámico desde la consolidación moderna del deporte en Inglaterra hasta su florecimiento social en Colombia, valiéndose para ello de recortes conceptuales con respecto al propio desarrollo de la mentada “modernidad” en nuestro país.

  8. Pos-modernidade ou antimodernidade? Uma reflexão em torno do debate moderno/pós-moderno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Garcia da Costa

    2016-06-01

    Full Text Available Este ensaio constitui-se em uma reflexão histórica em torno do debate moderno/pós-moderno. O objetivo do texto, de modo mais preciso, é apresentar e rebater algumas das críticas que pensadores – tais como Habermas, Rouanet, Giddens e Lipovetsky – lançam em direção às chamadas teorias pós-modernas, acusando-as de serem, na verdade, discursos de antimodernidade. Na visão desses autores, não há uma ruptura real entre a modernidade e aquilo que tem sido chamado de “pós-modernidade”. Contrariamente a essa perspectiva, o trabalho ora apresentado parte do pressuposto de que há, de fato, um conjunto de deslocamentos – descontinuidades, desencaixes, pontos de ruptura – que separam uma matriz moderna de uma matriz pós-moderna.

  9. PRAXIS EDUCATIVA E IDENTIDAD DOCENTE EN ACADÉMICOS UNIVERSITARIOS: VIVENCIAS EN EL MARCO DE LA MODERNIDAD LÍQUIDA

    OpenAIRE

    GARCÍA ESQUIVEL, HERNÁN

    2017-01-01

    Con la finalidad de adentrar al lector al fenómeno que nos compete en esta investigación, se ha elegido organizar el argumento de la siguiente manera: El primer capítulo se denomina “Modernidad líquida”, en donde se describen los orígenes del constructo, una breve crónica acerca del sociólogo creador de la teoría, las etapas anteriores a la actual, una serie de características propias del fenómeno hasta finalmente llegar a la definición de educación líquida. En el capítulo 2...

  10. Zygmunt Bauman y el problema del orden: una mirada sociológica a la modernidad y la posmodernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paola Castaño Rodríguez

    2005-01-01

    Full Text Available Elsociólogo polaco Zygmunt Bauman es sin duda uno de los principales teóricos sociales del siglo XX y ha sido identificado como el sociólogo de la posmodernidad. Este autor ha desarrollado un análisis profundo y revelador sobre las sociedades contemporáneas ylo ha hecho desde una óptica que equilibra el rigor teórico con la capacidad de dirigirse a problemas cotidianos y actuales de forma accesible para un público amplio. Este artículo presenta una visión de su pensamiento alrededor de su análisis crítico de la modernidad y la posmodernidad y tomando como punto de referencia la discusión sobre el problema del orden.

  11. Da construção da “individualidade” ao “indivíduo sitiado”: Uma crítica Baumaniana ao elogio do hibridismo cultural.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ianko Bett

    2015-05-01

    Full Text Available O artigo tem o objetivo de colocar em evidência uma releitura Baumaniana da perspectiva teórica da categoria “hibridismo cultural” estabelecida enquanto um “carro-chefe” dos processos de construção das diferenças. Para tal empreendimento, colocaremos em discussão dois momentos da produção de Zygmunt Bauman, aqui entendidos como estudos que se complementam teoricamente, quais sejam: a construção da “individualidade” do livro Modernidade Líquida, que enfatiza a passagem do ser para o dever ser no mundo do capitalismo globalizado; e o “indivíduo sitiado” de Vida Líquida, em que Bauman trabalha e problematiza acerca da busca desenfreada pela individualidade e as suas consequências no processo de construção de identidades

  12. Modernidade alimentar e consumo de alimentos: contribuições sócio-antropológicas para a pesquisa em nutrição Dietary modernity and food consumption: socio-anthropological contributions to research in nutrition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Brasil Fonseca

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho buscou apresentar o que a modernidade alimentar representa para a sociologia e a antropologia, questão que é discutida a partir de revisão bibliográfica. Considera-se inicialmente a presença do tema alimentação nos estudos das ciências sociais, enfocando-se as abordagens relacionadas à modernidade alimentar, especialmente o trabalho de Claude Fischler. Privilegiou-se o registro das questões relacionadas à alimentação e às mudanças no mundo do trabalho, ampliação do comércio, feminização da sociedade e a questão das identidades. Ao compreender o fenômeno alimentar e o seu consumo em uma abordagem mais qualitativa pode-se avançar na construção das ciências nutricionais, privilegiando-se uma abordagem compreensiva sobre o alimento e a alimentação nos dias atuais. Como recomendação os estudos atuais devem se dedicar à investigação do consumo alimentar como um fenômeno social para que se agreguem novos componentes analíticos ao conjunto de resultados com o enfoque biomédico.The scope of this work was to illustrate what dietary modernity represents for sociology and anthropology, which is a subject based on a bibliographic review that is discussed in this article. Initially, the presence of the theme of food and nutrition was assessed in studies in the social sciences, by focusing on the approaches related to dietary modernity, especially as found in the works of Claude Fischler. The main subjects of discussion were related to food and nutrition and changes in the work environment, the expansion of commerce, the feminization of society and the question of identity. By understanding the food phenomenon and consumption thereof using a more qualitative approach, it is possible to make progress in configuring the nutritional sciences, adopting a comprehensive approach to food and nutrition in this day and age. Future studies should be dedicated to investigating food consumption as a social phenomenon in

  13. O PROFESSOR DRAMATURURG E O DRAMA NA PÓS-MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Biange Cabral

    2008-03-01

    Full Text Available A função de dramaturg, exercida pelo professor ao coordenar um processo dramático, é aqui analisada a partir da aproximação entre ensino do teatro e teatro contemporâneo. Neste sentido, é focalizado o uso do texto clássico como pré-texto para a construção coletiva da narrativa teatral. Este procedimento permite, de um lado, introduzir parâmetros artísticos de estrutura e linguagem que contribuam para a ampliação do capital cultural do aluno, de outro lado, adaptar o texto às condições e motivações locais. Uma investigação cênica de Macbeth (SHAKESPEARE, como pré-texto, delimitou um processo centrado em questões de identidade e persuasão, cujo relato exemplifica o potencial da abordagem para explorar e expressar tensões dramáticas relacionadas com profecias, expectativas e relações de poder. A delimitação do processo pelo prétexto é associada à qualidade do envolvimento do aluno através da estratégia do estímulo composto – pacotes contendo fragmentos do texto, imagens de época, objetos e documentos envelhecidos – que introduzem autenticidade e verossimilhança. O suporte teórico da pedagogia pós-crítica, aqui baseada em Henri Giroux e Tomaz Tadeu da Silva, permitiu investigar questões referentes a travessias (cruzamento de fronteiras semânticas, físicas, culturais e sociais.

  14. Modos de subjetivar e configurar o sofrimento: depressão e modernidade.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Daniel

    2006-12-01

    Full Text Available Trabalharemogs O trabalho psicológico favorece as condições paraa escuta da subjetividade e demanda conhecimento sobre os modosde subjetivação presentes no entorno dos envolvidos nesse trabalho.A depressão se configura como uma das modalidades de sofrimentopredominantes no contemporâneo. Neste artigo problematizamoso cenário sócio-histórico produtor da subjetividade que vivencia adepressão e discutimos as abordagens direcionadas à escuta dessesofrimento.

  15. Book Review Imaginary modernity and tradition. Architecture of the twentieth century in Latin America / Reseña del Libro Imaginarios de modernidad y tradición. Arquitectura del siglo XX en América Latina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Benito Narváez Tijerina

    2016-10-01

    Full Text Available Book Review Imaginary modernity and tradition. Architecture of the twentieth century in Latin America Reseña del Libro Imaginarios de modernidad y tradición. Arquitectura del siglo XX en América Latina. Ettinger, Catherine R. (coord. (2015. Imaginarios de modernidad y tradición. Arquitectura del siglo XX en América Latina. México: Miguel Ángel Porrúa, 259 páginas. ISBN: 978-6074019681.

  16. Die Leiden des jungen Werthers à luz da história do conceito de subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Vale da Silva

    2013-06-01

    Full Text Available O artigo analisa os paralelos entre o retrato do 'sujeito moderno em crise' visto no romance Die Leiden des jungen Werthers de Goethe e, por outro lado, o perfil psicossocial do 'homem do sentimento' do século XVIII, fruto da cultura da Empfindsamkeit. Defendo a perspectiva de que, no romance, Goethe não apenas se utiliza do formato literário mais tradicional da Empfindsamkeit (o do romance epistolar, como também se apropria de topói e técnicas discursivas que lhe são próprias em registro radicalmente heterodoxo. A argumentação nos ligará a uma dedução da visão do conceito de subjetividade moderna com que Goethe trabalha em sua fase final do Sturm und Drang, e que o situa como importante nome do discurso filosófico da modernidade.

  17. Capítulo 4. A imagem predatória da cidade

    OpenAIRE

    Fernandes, Luís

    2018-01-01

    As seduções primeiras A ciência teve de si própria, ao longo de muito tempo, uma imagem que a dizia representação do mundo. A objectividade é a transposição dos objectos da realidade para enunciados rigorosos. Trazer o mundo para dentro da linguagem e, dentro desta, poder exprimir as relações entre fenómenos através do número e da lei — eis o programa que governou a vontade de saber desde o início da modernidade. A visão da ciência como tradução do mundo tem hoje de negociar o seu estatuto na...

  18. Desterritorialização e resistência tupiniquim: mulheres indígenas e o complexo agroindustrial da Aracruz Celulose

    OpenAIRE

    Gilsa Helena Barcellos

    2008-01-01

    A modernidade ocidental somada a outras formas de dominação (colonialismo, capitalismo, projeto hegemônico de desenvolvimento, neoliberalismo, globalização hegemônica) alteram profundamente a relação da humanidade com o ambiente e transformam a natureza em fonte inesgotável de matéria-prima. A ansiedade pelo controle da natureza e pelo acúmulo de riquezas tem destruído, ao longo da história, fontes de subsistência e sistemas culturais de diversas populações locais em países do Sul. Ao mesmo t...

  19. Do tecer do algodão ao tecer da informação: organizando a explosão informacional do século XIX

    OpenAIRE

    Luciana Corts Mendes

    2014-01-01

    Analisa os objetivos e propostas de organização da informação desenvolvidos pelo Movimento Bibliográfico e indica sua influência na Ciência da Informação. Esta pesquisa de natureza exploratória, realizada através de levantamento, revisão e análise bibliográficos, investiga o pensamento de Paul Otlet, Wilhelm Ostwald, H. G. Wells, John Cotton Dana e Watson Davis, expoentes do Movimento Bibliográfico, no contexto da modernidade. O Movimento Bibliográfico caracterizava-se por sua pluralidade e b...

  20. "Alarme de incêndio": Michael Löwy e a crítica ecossocialista da civilização capitalista moderna

    OpenAIRE

    Querido,Fabio Mascaro

    2013-01-01

    A emergência da crise ecológica, como sintoma mais nítido de uma verdadeira crise civilizató-ria, impôs novos desafios ao pensamento crítico e, em especial, ao marxismo. Partindo desse pressuposto, o objetivo deste artigo é apresentar a defesa de Michael Löwy de uma radicalização ecossocialista da crítica marxista da modernidade, tarefa para a qual a grande recusa de Walter Benjamin das ideologias do pro- gresso é uma das fontes decisivas de inspiração. Para Michael Löwy, a ruptura com as ide...

  1. O problema da desigualdade social na teoria da sociedade de Niklas Luhmann

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Dutra Torres Junior

    Full Text Available A teoria da sociedade de Niklas Luhmann é frequentemente acusada de conservadorismo, visto que negligencia a relevância das estruturas de desigualdade na sociedade moderna. Este artigo propõe uma leitura alternativa dessa teoria, a qual implica uma reconsideração do papel das estruturas de desigualdade para a reprodução dos sistemas sociais. O argumento principal é que as estruturas de desigualdade orientam o modo pelo qual os sistemas sociais selecionam os indivíduos para suas operações. Ao mesmo tempo, é feita uma defesa da tese luhmanniana sobre o primado da diferenciação funcional, pois, enquanto as estruturas de desigualdade podem variar, assumindo formas contingentes, cuja transformação não representa a transformação da sociedade, a diferenciação funcional, ao contrário, representa a própria identidade da sociedade, permanecendo como uma dimensão invariável e necessária nos horizontes de sentido da modernidade.

  2. Hans Blumenberg: Historia In/conceptual, Antropología y Modernidad, por Faustino Oncina y Pedro García-Durán, eds.

    OpenAIRE

    Meléndez, Ana

    2016-01-01

    Reseña de Oncina Coves, Faustino y García-Durán, Pedro (eds.) 2015, Hans Blumenberg: Historia in/conceptual, antropología y modernidad, Valencia: Pre-Textos. ISBN 978-84-16453-06-1, 240 páginas.   Ressenya de Oncina Coves, Faustino y García-Durán, Pedro (eds.) 2015, Hans Blumenberg: Historia in/conceptual, antropología y modernidad, Valencia: Pre-Textos. ISBN 978-84-16453-06-1, 240 pàgs.   Review of Oncina Coves, Faustino y García-Durán, Pedro (eds.) 2015, Hans Blumenberg: Historia in/c...

  3. À PARTE - Pensamento Autoritário e Modernidade no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silene de Moraes Freire

    2010-05-01

    Full Text Available

    O presente artigo analisa a vinculação do pensamento autoritário ao
    projeto político do capital industrial no Brasil entre os anos 1930 e 1940, por
    meio de estudo de trabalhos representativos da época e de outras pesquisas e
    ensaios sobre o tema. A conclusão central é sobre a forma instrumental desse
    pensamento político para a legitimação de uma modernização de tipo conservadora
    caminho da modernização capitalista brasileira.
    Palavras-chave: Pensamento Político Autoritário; Brasil; Revolução Burguesa.

  4. Tecnologia, modernidade e política Tecnology, modernity and politics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hermínio Martins

    1997-08-01

    Full Text Available Com base na distinção entre teorias da tecnologia "prometéicas" (que proclamam os benefícios do progresso da razão científica e "fáusticas" (que duvidam disto o autor examina a questão das novas tecnologias no mundo atual, dado um quadro político em que as grandes propostas de intervenção global na natureza humana não têm mais lugar, mas a rede de intervenções pontuais levanta por outro lado o risco da "tirania das possibilidades tecnológicas".On the basis of a distinction between two kinds of theories of technology (one believing in the benefits of the progress of a scientific rationality and the other casting doubts on this the author examines the question of the new technologies in our days, given a political framework in which the grand proposals for transforming human nature are no longer feasible but the network of small actual interventions raises from another standpoint the risk of the "tirany of the technological possibilities".

  5. Una aproximación a la lógica subjetiva de la Modernidad líquida: El caso de las minorías sexuales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Argañaraz

    2010-08-01

    Full Text Available Este artículo es un estudio de la subjetividad, particularmente, la de las minorías sexuales, en la Modernidad líquida. La noción de cuerpo resulta significativa, entendido como sustrato de la subjetividad. Asimismo, se utilizan conceptos provenientes de la Teoría Queer y de los Estudios Poscoloniales para analizar la dinámica sociológica del tema en cuestión. Los fenómenos socio-emocionales vinculados a las minorías sexuales, tal el caso de la homofobia, la lesbofobia y la transfobia, serán abordados como pensamientos encarnados. El propósito de este artículo es pensar las diferencias subjetivas en las minorías sexuales, entre la Modernidad sólida, cuyo dispositivo metáfora es el campo de concentración y, la Modernidad líquida, cuyo dispositivo metáfora es el programa mediático Gran Hermano.

  6. Una aproximación a la lógica subjetiva de la Modernidad líquida: El caso de las minorías sexuales

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Argañaraz

    2011-08-01

    Full Text Available Este artículo es un estudio de la subjetividad, particularmente, la de las minorías sexuales, en la Modernidad líquida. La noción de cuerpo resulta significativa, entendido como sustrato de la subjetividad. Asimismo, se utilizan conceptos provenientes de la Teoría Queer y de los Estudios Poscoloniales para analizar la dinámica sociológica del tema en cuestión.Los fenómenos socio-emocionales vinculados a las minorías sexuales, tal el caso de la homofobia, la lesbofobia y la transfobia, serán abordados como pensamientos encarnados.El propósito de este artículo es pensar las diferencias subjetivas en las minorías sexuales, entre la Modernidad sólida, cuyo dispositivo metáfora es el campo de concentración y, la Modernidad líquida, cuyo dispositivo metáfora es el programa mediático Gran Hermano.

  7. Da geografia medieval às origens da geografia moderna: contrastes entre diferentes noções de natureza, espaço e tempo

    OpenAIRE

    Bauab, Fabrício Pedroso [UNESP

    2005-01-01

    Da Idade Média até a eclosão da Revolução Científica do século XVII, que tratamos enquanto marco estruturante/estruturado da/pela modernidade, referenciamos as discussões concernentes às noções de Natureza, Espaço e Tempo, sempre tendo como culminância a incidência de tais categorias em discussões geográficas. Sendo a Religião a base do conhecimento medieval, temos que a Natureza é tratada enquanto sujeito, figura vinculada ao drama cristão da salvação, ora sendo vista enquanto mudaneidade a ...

  8. MODERNIDADE COM FEITIÇARIA: CANDOMBLÉ E UMBANDA NO BRASIL DO SÉCULO XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Prandi

    1990-06-01

    Full Text Available A umbanda é considerada a mais genuína religião brasileira de origem africana. Neste artigo procura-se mostrar como a formação da umbanda no Rio de Janeiro dos anos 30 deste século está estreitamente ligada ao processo de mudança social em curso. Por volta de 1950, a umbanda já se encontrava difundida por todo o país como uma religião para todos, a despeito de cor, classe social e origem geográfica, enquanto o candomblé, religião da qual a umbanda se formou, mantinha-se limitado a grupos negros, sobretudo no Nordeste. A partir dos anos 60, entretanto, parcelas significativas de umbandistas passaram a professar o candomblé, sobretudo nas cidades grandes e desenvolvidas do Sudeste. Encontrar sentido para esses movimentos, como elementos das próprias mudanças que se dão na sociedade brasileira, é objetivo do presente trabalho.

  9. Un Nuevo Rasgo del Constitucionalismo Dirigente como Una Propuesta Constitucional (AÚN para la Modernidad Periférica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Simões de Tomaz

    2016-06-01

    Full Text Available Este artículo se supone que la historia del constitucionalismo dirigente aún no ha terminado para, desde allí, teniendo en cuenta las diferencias entre las experiencias constitucionales de los Estados periféricos y estados del centro, concibe una nueva característica para el constitucionalismo dirigente, donde la constitución se presenta como mediada de la inclusión /exclusión, para ajustar no sólo a las acciones de los funcionarios públicos, sino también a los actores privados con la consecución del proyecto del Estado democrático de derecho en la modernidad periférica.

  10. Una lectura “contrailustrada” de la modernidad: sujeto, carencia y desamparo en el pensamiento de Weber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Carlos Altomare

    2016-06-01

    Full Text Available El pensamiento político de la Aufklärung ha modelado un concepto de sujeto caracterizado por tres dimensiones axiológicas universales: el hombre de la modernidad es simultáneamente un sujeto portador de autonomía moral, un sujeto portador de razón ilustrada y un sujeto portador de valor en sí mismo. Frente a esta mentalidad secular y optimista, La ética protestante y el espíritu del capitalismo muestra que el proceso de modernización social supone la emergencia de una ideología religiosa y pesimista que impugna la versión del sujeto de la Ilustración. Rechazando de raíz la existencia de bienes universales de salvación, la idea de hombre de la ética puritana ha forjado la representación de un sujeto heterónomo en tanto predestinado por la decisión de Dios, un sujeto de desconocimiento debido a su incapacidad para conocer su destino salvífico y, finalmente, un sujeto instrumental en razón de estar ofrendado a glorificar a Dios.

  11. CUERPO Y MODERNIDAD EN COLOMBIA DURANTE LA DÉCADA DE LOS CUARENTA: AN APPROACH FROM CROMOS MAGAZINE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Harvey Murcia Quiñones

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta las maneras como el cuerpo fue registrado visual y textualmente en una de las revistas más importantes a mediados del siglo XX en Colombia: Cromos. El trabajo tiene como propósito resaltar las tensiones y los regímenes semióticos con los que el lenguaje empieza a experimentar la realidad social y el cuerpo. El periodo de tiempo analizado va desde 1940 hasta 1949, años marcados por la violencia, bonanzas económicas y rupturas en las políticas culturales y gubernamentales. En esta época también se dinamiza la idea de una modernidad más industrializada -más fabricada- y aumentan las narrativas sobre la ciudad como forma discursiva. Así, lo que se quiere resaltar es cómo en la revista Cromos se exterioriza una forma de enunciar un cuerpo, las estrategias semióticas y narrativas sobre cuerpo para dotarlo de un sentido más cercano a las propuestas que implicaban los cambios sociales del periodo a analizar.

  12. Estudo do impacto de um curso MBA Gestão em Saúde na modernidade organizacional de clínicas oftalmológicas Study of the impact of a MBA Administration in Health course on the organizational modernity of ophthalmologic clinics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Meireles

    2005-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Pesquisa no campo da aprendizagem de competências que busca investigar o impacto da aquisição de novas competências individuais dos responsáveis de clínicas oftalmológicas, por meio de um curso MBA Gestão em Saúde, na modernidade organizacional de clínicas oftalmológicas. MÉTODOS: Levantamento utilizando questionários aplicados a alunos e ex-alunos do curso e a gestores de clínicas oftalmológicas não vinculados ao curso (n=30 cada um. A análise foi feita por meio de métodos estatísticos: r de Pearson e Q de Yule; testes t de Student, da soma de séries, da mediana e teste U de Mann-Whitney. RESULTADOS: Observou-se correlação linear e positiva entre a excelência do MBA Gestão em Saúde e o desenvolvimento de capacidades dos alunos veteranos (correlação rho de Spearman em nível de 0,01; há diferença significativa (0,0364, pelo teste de Mann-Whitney, entre alunos veteranos e alunos calouros, quanto à necessidade de se ampliar as capacidades individuais que o curso MBA Gestão em Saúde fornece, aos demais funcionários operacionais das clínica oftalmológicas; e há diferença significativa (0,0057, pelo teste de Mann-Whitney, entre alunos veteranos do curso MBA Gestão em Saúde e alunos calouros quanto à importância da modernidade organizacional para as clínicas oftalmológicas. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos são consistentes, de forma geral, com o modelo proposto: a excelência do MBA Gestão em Saúde contribui significativamente para a modernidade organizacional, para o desenvolvimento de competências dos alunos egressos e ainda de forma substancial para a percepção de hiatos organizacionais.PURPOSE: Investigations in the field of the learning competence that investigate the impact of the acquisition of new individual competence of those responsible for ophthalmologic clinics, by means of a MBA Administration in Health course, on the organizational modernity of ophthalmologic clinics. METHODS

  13. Da idade média a idade moderna: um panorama geral da história social e da educação da criança

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz de Moraes Salles Formigoni

    2017-03-01

    Full Text Available Este trabalho terá como tema a história social e a educação da criança nos períodos da Idade Média e da Idade Moderna. Em seus capítulos serão abordados os principais aspectos do desenvolvimento educacional nesses períodos, a vida escolar, o processo de nascimento dos colégios, o surgimento das classes escolares e sua composição, o avanço da disciplina nessas instituições, o papel da família na individualização infantil e a escola nos processos de formação e duração da infância. Tendo em vista a Modernidade como uma fase inconclusa de ruptura com os costumes e valores medievais, porém caracterizada também pela antinomia entre os novos ideais de liberdade e um governo dominador, o objetivo principal deste trabalho é apresentar as consequências dessas transformações sobre a educação, em particular na educação da infância. Para tanto, serão apontados os argumentos centrais de autores como Franco Cambi (1999, Jacques Gélis (1994 e Philippe Áries (2005, os quais se dedicaram ao estudo desses assuntos.

  14. Os Fundamentos do Conhecimento na Modernidade: o Método Científico em Popper

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexcina Oliveira Cirne Vieira da Cunha

    2017-02-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo apresentar os postulados teóricos, em especial o conceito de falseacionismo, do racionalismo crítico de Popper. Inicia com suas críticas ao positivismo lógico, bem como a sua recusa de fornecer cientificidade aos princípios do historicismo e seu entendimento sobre a posição da metafísica na construção dos postulados científicos. Conclui com a crítica de Popper ao método indutivo e com reflexões sobre a importância das refutações e conjecturas na busca por um equilíbrio nas conclusões científicas, que não devem ser definitivas e dogmáticas.

  15. A pedofilia na pós-modernidade: um problema que ultrapassa a cibercultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Schmitt Veronezi Cappellari

    2005-06-01

    Full Text Available Como uma forma de sexualidade, ainda que de conduta duvidosa, a pedofilia está presente na história humana desde os tempos mais remotos. Ancorada na liberdade de comunicação inerente aos tempos pós-modernos, essa criminalidade ganhou espaço na mídia através de uma gradual sexualização da infância e tornou-se mais articulada com a chegada do ciberespaço. Esse artigo procura analisar o fato de que, diante das novas possibilidades de interrelação propiciadas pela Internet, poucas vezes a pedofilia esteve tão visível e, ao mesmo tempo, tão difícil de ser controlada.

  16. A modernidade européia e sua crise The european modernity and its crisis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelina Peralva

    1993-08-01

    Full Text Available Discute-se a face sombria da unificação européia atual. Populismo e violência, racismo e xenofobia aparecem como a contrapartida de um processo acelerado de modernização que desafia a capacidade de integração social européia. Examinam-se os modos diferentes como a França e a Alemanha enfrentam o problema.The dark side of the European unification is discussed. Populism and violence, racism and xenophobia appear as a counterpart to an accelerated process of modernization that defies Europe's capability for integration. The different ways of facing this problem in France and Germany are examined.

  17. Teorias da criação literária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio de Figueiredo

    1990-08-01

    Full Text Available The essay deals with theoretical concepts in Plato, Edgar Allan Poe, Gustave Flaubert e Jorge Luis Borges, and discusses the ways in which the classical thought and modernity understand the literary creation. O ensaio aborda concepções teóricas em Platão, Edgar Allan Poe, Gustave Flaubert e Jorge Luis Borges, e discute os modos como o pensamento clássico e a modernidade entendem a criação da obra literária.

  18. O papel crítico da gestão cultural no seio do dispositivo da moda e da indústria do têxtil e do vestuário : O caso de Portugal

    OpenAIRE

    Sacramento, Ephanie Erriquez

    2016-01-01

    A Moda será talvez o dispositivo que melhor consegue transportar o que é a Modernidade, ilustrando o imaginário humano sempre em devir. Em paralelo com a perspetiva humanística, na sua abordagem, têm de se equacionar questões de técnica e, forçosamente, todo um ecossistema cultural. O sistema atual da Moda e do vestuário culmina visivelmente nos progressos atuais da tecnologia e tensões presentes nas principais áreas científicas, de que é expressão o fenómeno da obsolescência. É neste campo o...

  19. Fundamentos epistemológicos da pesquisa: biográfica em educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Delory-Momberger

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo do artigo é interrogar e precisar o que fundamenta a pertinência epistemológica da pesquisa biográfica no domínio da educação. Essa pesquisa dos fundamentos passa, em primeiro lugar, pela procura das origens sócio-históricas dos modelos de construção biográfica e das formas de narrativas que lhes correspondem, em particular nas sociedades da modernidade; ela implica, em segundo lugar, que sejam precisadas as características que fazem da narrativa autobiográfica uma "hermenêutica da experiência" e que fundam as relações entre biografia e educação, entre processos de biografização e processos de formação e de aprendizagem.

  20. EL HOMBRE DE LA MULTITUD Y EL PINTOR DE LA VIDA MODERNA: LA INFLUENCIA DE EDGAR ALLAN POE EN LA CONSTRUCCIÓN DEL CONCEPTO DE MODERNIDAD DE BAUDELAIRE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Pizarro Obaid

    2012-04-01

    Full Text Available El siglo XIX dio lugar a nuevas formas de subjetividad metropolitana que tuvieron en el cuento "El hombre de la multitud", de Edgar Allan Poe, un tratamiento excepcional. Es innegable la relevancia de este relato al interior de su obra, así como su aporte al desarrollo del género narrativo. Sin embargo, el cuento de Poe puede ser considerado, a su vez, como una fuente de notable influencia en la redefinición del concepto de modernidad que Baudelaire plasmará en su obra "El pintor de la vida moderna". Al examinar el personaje anónimo de "El hombre de la multitud" y la singularidad del Sr. G, pintor que da fundamento a la crítica de la tradición pictórica de costumbres, quedará en evidencia como los principales argumentos de Baudelaire sobre el arte y las nuevas formas de habitar la ciudad moderna encuentran en el relato de Poe una significativa fuente de inspiración.The 19th century gave rise to new forms of metropolitan subjectivity with an exceptional treatment in EdgarAllan Poe's tale "TheMan of the Crowd". The relevance of this short story into his work is undeniable, as well as its contribution to the development of the narrative genre. However, Poe's story can be considered as a source of considerable influence in the redefinition of the concept of modernity, that Baudelaire will express in his work "The Painter of Modern Life". In examining the anonymous character of "The Man of the Crowd" and the singularity of Mr. G, the painter who gives substance to the criticism of the pictorial tradition of customs, it grows evident how Baudelaire's main arguments on art and the new ways of life in the modern city find in Poe's short story a significant source of inspiration

  1. Os saberes da cura e a condição humana: cenas do momento presente em terras navajo = The knowledge of healing and the human condition: scenes from the present moment in navajoland

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Csordas, Thomas J.

    2010-01-01

    Full Text Available O encontro de espiritualidades e práticas de cura navajo com a modernidade, no presente momento, precisa ser compreendido dentro de uma análise existencial de temporalidade, tradição, dominação e momentaneidade. A análise das exigências práticas e das nuances experienciais dos saberes da cura em uma performance da cerimônia do Caminho da Noite navajo nos permite elaborar este argumento

  2. Recensão da obra Olhares sobre a história da música em Portugal, coordenada por Jorge Alexandre Costa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno César Pinto Madureira

    2016-03-01

    Full Text Available O presente texto consiste numa resenha de cada um dos cinco capítulos da obra Olhares sobre a história da música em Portugal, coordenada por Alexandre Costa. Este livro tem origem num ciclo de conferências realizado em 2005 e dinamizado por cinco importantes musicólogos portugueses: Manuel Pedro Ferreira (Antes de 1500: mil anos de música em Portugal, Rui Vieira Nery (A música portuguesa na era da Contra-Reforma: o longo século XVII, Manuel Carlos de Brito (A música portuguesa no século XVIII, Luísa Cymbron (A música em Portugal no século XIX: uma panorâmica e Paulo Ferreira de Castro (Tempo, modernidade e identidade na música portuguesa do século XX.

  3. Paisagismo e modernidade na europa na década de 1920

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Euler Sandeville Júnior

    2007-12-01

    Full Text Available Experiências formais realizadas a partir do final da Primeira Guerra deram novo impulso à reformulação das concepções então correntes para os jardins. Notamos algumas tendências contrastantes que coexistiam nessa época: uma, então dominante, representada por um ambiente profissional respondendo a uma demanda particular e do Estado, de caráter conservador e nacionalista, outras, de renovação, representadas por paisagistas e por arquitetos de alguma forma vinculados às vanguardas. O objetivo deste trabalho é destacar duas tendências modernizantes atuando na produção paisagística na Europa dos anos de 1920. Uma delas, desenvolvida por paisagistas e arquitetos, mostra forte influência do cubismo e do expressionismo, convergindo para o art déco, dotada de forte conotação decorativa. Gabriel Guevrekian e Robert Mallet-Stevens, são alguns dos representantes dessa tendência. Outra tendência modernizante deve-se à atuação de representantes do nascente movimento moderno em arquitetura, tanto em sua abordagem dos jardins como também nos conceitos que empregaram na criação de espaços externos. Entre a ampla gama de experiências nesse sentido, vêem-se as posturas bem diversas apresentadas por arquitetos como Le Corbusier e Erik Gunnar Asplund.

  4. O SANTO OFÍCIO NA MODERNIDADE E O PROCESSO INQUISITORIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Sueli de Salles Santos

    2016-09-01

    Full Text Available A Inquisição foi criada pela Igreja Católica em meados da Baixa Idade Média. Na Península Ibérica foi uma instituição especialmente pujante entre os séculos XIV e XVII. A associação dos Monarcas Absolutistas português e espanhol com a Igreja Católica Romana obedeceu mais a interesses políticos e econômicos do que propriamente religiosos, ou seja, buscava servir à consolidação e manutenção dos modernos Estados-nação. Nessa ligação ambas as instituições eram beneficiadas, legitimando-se socialmente, protegendo-se e atacando o inimigo, financiando-se. Nesse contexto, o processo inquisitorial, procedimento criado pela Igreja para instrumentalizar sua ofensiva contra os “hereges”, foi peça primordial para a eficácia dessa parceria. É apenas dentro desse contexto que se é possível entender a pseudorracionalidade de seu funcionamento e o papel desempenhado pelo Direito Processual na consolidação nacional ibérica.

  5. O prolongamento da transição para a idade adulta e o conceito de adultez emergente : Especificidades do contexto português e brasileiro

    OpenAIRE

    Brandão, Tânia; Saraiva, Luísa; Matos, Paula Mena

    2012-01-01

    A diminuição da regulação normativa das trajectórias de transição para a vida adulta, nas sociedades da modernidade tardia, favoreceu o prolongamento da condição juvenil até ao final da terceira década de vida e a progressiva privatização e flexibilização dos percursos biográficos. As novas características das sociedades pós-industriais levaram à definição de novos conceitos e perspectivas no âmbito da Psicologia do Desenvolvimento, das quais se destaca a teoria da adultez emergen...

  6. EMERGENCIAS DE LA TRANS-MODERNIDAD Y REFUNDACIÓN PLURINACIONAL E INTERCULTURAL DEL ESTADO: ECUADOR Y BOLIVIA EN EL SIGLO XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yamandú Acosta

    2015-09-01

    Full Text Available El artículo focaliza a las constituciones de la República del Ecuador de 2008 y del Estado Plurinacional de Bolivia de 2009 como unidades de lectura. Las entiende básicamente en su especificidad de leyes fundamentales que fijan la organización política de los respectivos estados. Subsidiariamente las resignifica, considerándolas como utopías narrativas. Leídas éstas en la perspectiva de la función utópica del discurso, habilitan la construcción de las unidades de análisis del Estado plurinacional e intercultural en cada uno de los casos propuestos -evaluados como emergencias de la trans-modernidad-, que interpelan como ideas crítico-reguladoras la condición nacional y monocultural paradigmática del Estado moderno.Palabras clave: Constitución, Utopía, Modernidad, Trans-Modernidad, Estado Plurinacional, Estado Intercultural._________________________The article focuses on the 2008 Constitution of the Republic of Ecuador and the 2009 Pluri-national Constitution of Bolivia as units of analysis. I basically look at these constitutions as specific and fundamental laws that frame the political organization of these states. The essay reads these constitutions as utopic narratives. From that standpoint, I argue that they contribute to a different approach and unit of analysis of the multinational-multicultural state in each of the two cases selected for study. They are explored as expressions of trans-modernity that interrogate and question the national and mono-cultural paradigm of the modern state.Keywords: Constitution, Utopia, Modernity, Trans-Modernity, Pluri-National State, Inter-Cultural State.

  7. Modernidad sincopada: música, ritmo y nación en la obra de Mário de Andrade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Pérez Villalón

    2015-11-01

    Full Text Available Este ensayo aborda la obra del poeta brasileño Mário de Andrade, enfocándose en su ambigua relación con la música popular masiva de su época, a partir de la constatación de que en general el modernismo literario brasileño y la música popular masiva urbana que se consolida en el curso de los años 20 no se encuentran sino a posteriori, y sin embargo deben leerse en contrapunto para comprender mejor ciertos aspectos de ambos. Se investiga en particular el modo en que la noción de síncopa articula las complejas relaciones entre el ritmo, lo nacional, lo popular y la alta cultura en la obra de Mário como una metáfora de algunas de las contradicciones de la modernidad brasileña. This essay studies the work of Modernist poet Mário de Andrade from the perspective of its ambivalent relation with the popular music of its time. This essay proposes that, despite the fact that Brazilian Literary Modernism and the urban popular music that emerged at the same time converge only later on, they must be studied in conjunction if they are to be fully understood. This essay focuses on the way in which the notion of “syncopation” articulates complex relations between rhythm, nationality, popular and high culture in Andrade’s work, which can be read as metaphors of contradictions at the core of Brazilian modernity. Key words: Mário de Andrade, Brazilian Modernism, syncopation, Brazilian popular music

  8. DE LA COMEDIA POPULAR TARDOFRANQUISTA A LA COMEDIA URBANA DE LA TRANSICIÓN: TRADICIÓN Y MODERNIDAD

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ángel Huerta Floriano

    2015-09-01

    Full Text Available Los últimos años del franquismo asistieron en el ámbito cinematográfico a un fenómeno popular de gran interés en su relación con el contexto social e ideológico: la proliferación de comedias basadas en la colisión entre tradición y modernidad. Poco después, y en plena Transición a la democracia, emergió un tipo de comedia urbana que plasmaba cambios sustanciales en los usos y costumbres. El presente trabajo propone un análisis de las principales estrategias de construcción dramáticas de esos dos modelos cómicos para sintetizar el discurso que formulan sobre las transformaciones sociales en una coyuntura histórica de cambio.Palabras clave: Cine popular, Tardofranquismo, Transición, comedia, cine y sociedad._________________________The last years of Francoism had in the film industry a popular phenomenon of great interest in its relation to the social and ideological context: the proliferation of comedies based on the collision between tradition and modernity. Shortly after, during the transition to democracy, a type of urban comedy appeared to represent decisives changes in customs. This paper proposes an analysis of the main strategies of dramatic construction used in these two kind of comedies in order to synthesize their point of view about social transformations in a historical moment of political change.Keywords: Popular Cinema, Last Francoism, Transition, comedy, cinema and society.

  9. La modernidad arquitectónica en México : una mirada a través del arte y los medios impresos

    OpenAIRE

    Canales González, Ana Fernanda

    2013-01-01

    Esta tesis se basa en la hipótesis de que la modernidad arquitectónica en México no es, como se ha pretendido, una historia homogénea, centrada en un puñado de figuras clave, sino una multiplicidad de narrativas complejas en las cuales el arte y los medios impresos juegan un papel esencial. Por tanto, se propone una nueva mirada sobre la arquitectura del siglo XX en México a partir de la relación con la fotografía, el dibujo, las ideas y los medios. La tesis se plantea con el fin de vincular ...

  10. La tensión modernidad-posmodernidad: un telón de fondo para la socialización política en Colombia

    OpenAIRE

    Valencia González, Gloria Clemencia

    1997-01-01

    RESUMEN: El debate que afecta a las sociedades desarrolladas en los inicios del siglo xxi, que en términos genéricos se resume en la tensión modernidad y posmodernidad, y que afecta sin duda a todas las dimensiones educativas de la sociedad, también alcanza su expresión particular en marcos geográficos como el de Colombia, aunque con algunas variantes. Temas como la violencia, la participación ciudadana, la democracia participativa son dimensiones imprescindibles de la tarea educativa que exi...

  11. A Profilaxia do Silêncio: Nietzsche e a Virtude da Vita Contemplativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jelson Roberto Oliveira

    2011-12-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2011v10n1p133 Pretende-se mostrar como o tema do silêncio, apresentado como parte do projeto nietzscheano de revitalização da vita contemplativa, adquire importância no chamado segundo período de sua produção, ligado àquela que poderia ser considerada a primeira e mais contundente das virtudes humanas apontadas por Nietzsche: o cultivo de si. Nesse sentido, trata-se de uma noção requisitada como parte do projeto crítico da modernidade implementado pelo filósofo alemão, cujo ponto de partida é uma revisão da própria tarefa da filosofia, conduzindo a uma crítica radical da moralidade vigente, da hipertrofia da racionalidade e da importância da linguagem. O silêncio, associado à solidão, aparece como uma profilaxia e radical aprofundamento em relação à anulação de si no arrulho da multidão moderna.

  12. Educación formal/educación popular: Dinámicas de adaptación y resistencia a la modernidad. Experiencia recorrida en la provincia de Guanacaste, Costa Rica (2012-2013)

    OpenAIRE

    Herra Castro, Ernesto

    2016-01-01

    Discute respecto de la lógica y el orden vertical de dominio contenido en la modernidad y de su expresión concreta en la dinámica educativa costarricense. Muestra la tensión existente entre educación formal y las posibilidades de libertad y desconexión al orden impuesto en la modernidad que busca y propicia la educación popular. Lo anterior se hace con base en la experiencia del proyecto “Alfabetización crítica en la cultura escolar: Sociedad y Derechos Humanos” en la provincia de Guanacaste....

  13. Sociedad/comunidad: relaciones de adaptación/resistencia al proyecto contenido en la modernidad: lecciones aprendidas a partir de la experiencia en educación popular/comunitaria/rural en Corral de Piedra, Nicoya (2011-2013)

    OpenAIRE

    Herra Castro, Ernesto

    2016-01-01

    Este artículo discute respecto de la lógica y el orden vertical de dominio contenido en la modernidad/colonialidad y de sus expresiones en la dinámica educativa costarricense. Muestra la tensión existente entre educación formal y las posibilidades de libertad y desconexión al orden impuesto en la modernidad que busca y propicia la educación popular. Lo anterior se hace con base en la experiencia del proyecto “Alfabetización crítica en la cultura escolar: sociedad y Derechos Humanos” en la pro...

  14. Educación formal/educación popular: Dinámicas de adaptación y resistencia a la modernidad. Experiencia recorrida en la provincia de Guanacaste, Costa Rica (2012-2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Herra Castro

    2016-05-01

    Full Text Available Discute respecto de la lógica y el orden vertical de dominio contenido en la modernidad y de su expresión concreta en la dinámica educativa costarricense. Muestra la tensión existente entre educación formal y las posibilidades de libertad y desconexión al orden impuesto en la modernidad que busca y propicia la educación popular. Lo anterior se hace con base en la experiencia del proyecto “Alfabetización crítica en la cultura escolar: Sociedad y Derechos Humanos” en la provincia de Guanacaste.

  15. HUELLAS DE LA MODERNIDAD-COLONIALIDAD EN EL ANÁLISIS DE LAS CAUSAS HISTÓRICAS Y LOS MÉTODOS UTILIZADOS DURANTE EL CONFLICTO ARMADO EN GUATEMALA (1960-1996)

    OpenAIRE

    Carrera Castro, Silvia

    2015-01-01

    Este es un ensayo orientado a buscar las huellas de la modernidad-colonialidad en el análisis de las causas históricas y de los métodos utilizados durante el conflicto armado en Guatemala. Se sigue un modelo genealógico, tratando de rastrear como la modernidad fue traducida en colonialidad en Guatemala, desembocando en un conflicto armado que duró de 1960-1996. Por colonialidad se va a comprender la estructura lógica del dominio colonial que subyace en el control español, holandés, británico ...

  16. Trânsito religioso e reinvenções femininas do sagrado na modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Duarte de Souza

    2009-05-01

    Full Text Available O trânsito religioso é indicador de que os “modelos oficiais e religião” têm sido substituídos, ou coexistem com  oferenciais religiosos cambiantes, respondendo à demanda dos sujeitos de fé. Os anseios de significação imediata dos sujeitos de fé encontram na “vagabundagem religiosa” sua atitude mais coerente. A vagabundagem semântica dos crentes infiéis é o elemento dinamizador do campo religioso moderno. No presente texto nos propomos a discutir o trânsito religioso de mulheres, suas motivações e as implicações dessa “andança religiosa” para a concepção que estas têm a respeito do sagrado. Para tanto nos utilizamos e dados de nossa pesquisa de campo realizada para a Universidade Católica de Goiás no ano 2000 em Alto Paraíso – GO, bem como de dados obtidos em pesquisa que realizamos para a Universidade Metodista de São Paulo na cidade de São Bernardo do Campo – SP em 2003, como parte do projeto intitulado: “Religiosidade caleidoscópica – nomadismo espiritual: implicações de gênero”. Os resultados da pesquisa indicaram um trânsito maior das mulheres por força das representações de gênero.Palavras-chave: Trânsito religioso; Secularização; Gênero.ABSTRACTReligious transit indicates that ‘official models of religion’ have been replaced, or coexist with mutable religious references, answering the believers’ demand. Their desire for immediate signification finds their most coherent attitude in ‘religious nomadism’. Unfaithful believers’ semantic nomadism is the dynamic element of modern religion. This text discusses women’s religious transit, their motivations and the implications of that ‘religious walk’ to their conception of the sacred. The date used are from a field research for the Universidade Católica de Goiás, developed in Alto Paraíso - State of Goiás, in 2000, and from a research for the Universidade Metodista de São Paulo, carried out in São Bernardo do

  17. JOZE PLECNIK Y LA WAGNERSCHULE. APRENDICES Y ARQUITECTOS EN LA FORMACIÓN DE LA MODERNIDAD / Jože Plečnik and the Wagnerschule. Apprentices and architects in the formation of modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Díaz Cano

    2010-05-01

    Full Text Available RESUMEN Durante veinte años (1894–1914 las aulas vienesas de la Wagnerschule albergaron un microcosmos de aspirantes a arquitectos procedentes de todas las regiones del Imperio Austrohúngaro. Seleccionados por sus notables dotes para el dibujo, unos ciento sesenta arquitectos se formaron bajo la supervisión de Otto Wagner. Colaboradores en su estudio o en los de otros arquitectos vieneses, participaron como aprendices de una de las transformaciones urbanas más radicales de la época. Estimulados en su espíritu crítico por el exigente Wagner, le acompañaron en su tránsito teórico desde la certidumbre del historicismo hasta el abismo de la primera Modernidad. Por su dominio del medio gráfico, su capacidad productiva y la novedad de sus propuestas, y por la colaboración con los medios editoriales más modernos y difundidos, la Wagnerschule se convirtió en uno de los focos de modernidad arquitectónica de mayor proyección internacional. La caída del Imperio dio lugar a la diáspora de sus miembros por las nuevas naciones resultantes, y a la aparición de nuevos focos culturales. Los antiguos discípulos pasaban a convertirse en maestros. Entre ellos el esloveno Jože Plečnik, profesor durante más de cuarenta años, en Praga y en Ljubljana, ciudad en la que llevó a cabo, con la colaboración de sus alumnos, una profunda transformación urbana estrechamente ligada a su labor docente. Hasta su muerte en 1957, Plečnik desarrolló el método crítico y propositivo de la Wagnerschule, sosteniendo con convicción la importancia del dibujo y del conocimiento de la arquitectura clásica. SUMMARY For twenty years (1894–1914 the Viennese classrooms of the Wagnerschule housed a microcosm of architect hopefuls from all the regions of the Austro–Hungarian Empire. Selected for their remarkable gifts for drawing, about one hundred and sixty architects trained under the supervision of Otto Wagner. Collaborators in his studio, or those of

  18. Serviço Social e formação ao longo da vida. Una experiência com as novas tecnologias da informação e comunicação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Irene Lopes-Bogalho de Carvalho

    2013-06-01

    Full Text Available Com a disseminação das novas tecnologias assiste-se actualmente a uma geração de novas formas de aprendizagem. As Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas no Serviço Social resultaram num projecto de formação ao longo da vida denominado Vircamp. O artigo pretende situar as transformações da modernidade considerando as novas formas de aprendizagem e investigação em Serviço Social numa perspectiva internacional, através de uma plataforma e-learning e situar a perspectiva dos profissionais do Serviço Social sobre este tipo de aprendizagem.

  19. A fragilidade das relações humanas na pós-modernidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Nunes Bittencourt

    2009-09-01

    Hidden="false" UnhideWhenUsed="false" QFormat="true" Name="Intense Emphasis" />

    Mediante exposição das teorias de Erich Fromm e de Zygmunt Bauman, pretendo refletir sobre diagnóstico apresentado por esses dois pensadores acerca da condição humana na era técnica da informatização que cada vez mais altera o ritmo dos processos vitais de nossa atual ordem social. Exponho a contínua alienação das qualidades intrínsecas impostas pela sociedade de consumo e pelo efeito nocivo gerado pela moda na subjetividade individual, submetida, em geral,

  20. Gobernanza de la escritura: la escisión entre modernidad e hipermodernidad “la cita y el paréntesis”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Armando Zambrano Leal

    2017-01-01

    Full Text Available La escritura académica hoy muestra la escisión entre modernidad e hipermodernidad. En la modernidad temprana, la escritura tenía como objeto dar cuenta de la lucha constante que vivía el escritor sobre un problema de pensamiento. La preeminencia de las ciencias, el rol de las sociedades científicas, el nacimiento del sujeto investigador y el surgimiento de las revistas científicas promueven la cita de pie de página. El poder de la tecnología y de la sociedad de control impone el paréntesis. La tesis aquí expuesta, sostiene que la escritura hoy muestra la planicie del pensamiento, la ausencia de intensidad y la plasticidad de la apariencia. Las prácticas contemporáneas de la escritura académica refleja, entre otras, la gobernanza de la escritura cuyas prácticas impone la valoración de temas sobre los problemas de pensamiento.

  1. La cuestión sanitaria en el debate modernidad-posmodernidad The sanitary question in the modernity-postmodernity debate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celia Iriart

    1994-12-01

    Full Text Available Este trabajo situa a la cuestión sanitaria en el debate modernidad-posmodernidad. Tal análisis se realiza desde una posición filosófica que plantea la crisis de la modernidad y cuestiona la torsión ideológica que a la misma le propicía la posmodernidad obturando las visiones cuestionadoras. Propiciando una vision alternativa de lo político pensada desde el plano de la potencia, recuperando el rol del sujeto en la decisión de producir transformaciones.This work analyzes the sanitary question in the modernity-postmodernity debate. Such analyses are performed form a philosophical position that states the crisis of Modernity and questions the ideological twist that to itself propitiates postmodernity, shutting out questioning views or visions. It propitiates an alternative view of politics, thinking of it from the potency plane and giving a role to the subject in the decision of producing transformations.

  2. Comunidad y desarrollo en los Andes Peruanos: una crítica etnográfica al programa de modernidad/colonialidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pieter de Vries

    2013-08-01

    Full Text Available En las últimas décadas la desconstrucción del desarrollo, conocida como el 'postdesarrollismo', ha cobrado gran auge en las ciencias sociales. En Latino-américa el programa teórico denominado modernidad/colonialidad/descolonialidad (MCD se propone descolonizar el pensamiento moderno re-escribiendo la historia global a partir de la experiencia colonial. Arturo Escobar, uno de los mayores teóricos del paradigma postdevelopmentalista se apoya en el proyecto MCD para pensar 'alternativas a la modernidad'(o transmodernidad. En este artículo propongo someter la perspectiva postdesarrollista y el proyecto MCD a un test etnográfico. Para eso me centro en las visiones y experiencias de Usibamba, una comunidad en los Andes Centrales Peruanos. La etnografía gira alrededor de la siguiente pregunta: ¿porqué los usibambinos, a pesar de todas sus experiencias negativas con el aparato del desarrollo, insisten en reivindicar la promesa del desarrollo? El programa de MCD nos permite entender el impasse de la comunidad en Usibamba? ¿Conceptos como pluriverso y transmodernidad nos permiten entender los deseos y aspiraciones de los usibambinos? Para responder a estas preguntas me apoyo en un análisis Žižekian que distingue entre 'lo actual', 'lo virtual', y lo 'Real'de la comunidad.

  3. Maneras de comer hoy. Comprender la modernidad alimentaria desde y más allá de las normas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    García Arnaiz, Mabel

    2005-04-01

    Full Text Available Numerous studies on the eating habits of industrialized societies have focused on analyzing the direction in which diet is moving. Most of these studies have been carried out either from an economic point of view (discussing purchases and changes in expenditure or from a nutritional point of view (describing changes in diet. From these perspectives, current practices, which fall under the umbrella of the so-called dietary modernity, are the object of medical are the objet of medical concerns and socioeconomic uncertainties that must be addressed because "people in modern societies do not know how to eat". Some of the hypotheses formulated from the anthropological and sociological standpoints that have accepted the destructuring of contemporary eating habits have been used to support to a large extent both medical and nutritional intervention and the business of the food industry. Other hypotheses, on the other hand, have openly criticized the acceptance of this supposed destructuring. Central to the debate is the need to design studies that can characterize eating habits methodologically, highlight which factors are really behind these habits, and reveal whether these habits are indeed changing.

    Numerosos estudios sobre las maneras de comer en las sociedades industrializadas han tenido como finalidad analizar hacia donde va la alimentación. No obstante, la mayoría de estos estudios han privilegiado una orientación económica (interesándose por las compras y la evolución del gasto o nutricional (interesándose por la evolución de la dieta. Desde estas perspectivas, las prácticas actuales, incluidas bajo el paraguas de la denominada modernidad alimentaria, son objeto de inquietudes facultativas y de incertidumbres socio-económicas sobre las que se debe actuar e intervenir. Algunas de las hipótesis formuladas desde la antropología y la sociología aceptando la desestructuración de las maneras de comer contemporáneas han sido

  4. A "secreta fundação" da psiquiatria: considerações sobre a análise foucaultiana da história da loucura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tereza Cristina B Calomeni

    2010-04-01

    Full Text Available O artigo que ora se apresenta reflete sobre a História da loucura, texto que dá início às análises histórico-arqueológicas de Michel Foucault. A partir de um recorte temporal, que abrange o período compreendido entre a Renascença e a Modernidade, Foucault examina as distintas formas de percepção do louco até a instituição da loucura como doença mental. Uma "arqueologia do silêncio" à que se submete a loucura, não uma história da psquiatria, o texto foucaultiano indaga sobre as condições históricas que favorecem o surgimento da psiquiatria como discurso científico sobre a loucura e a instituição do asilo como lugar de tratamento do louco.

  5. A humanidade esquecida: a ciência na esteira da “metafísica da modernidade” [The forgotten humanity: science on the track of "Metaphysics of Modernity"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Cardoso de Castro

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho elabora uma reflexão sobre a insuficiência no modus operandi da ciência. A partir da meditação de Heidegger sobre a "metafísica da modernidade" e as maneiras de determinar o ente estabelecidas ao longo da história, esta investigação discorre sobre a fundamentação do “sujeito” moderno, lançado no universo infinito pela implosão da esfera cósmica e suas subesferas, que outrora lhe concediam morada, guarda e, sobretudo, sentido. A contribuição aportada por esta análise, não tem por objetivo o abandono da ciência, mas tão-somente lançar uma luz sobre a aridez da cientificidade frente à necessidade humana de se situar perante o real, contribuindo assim, para que torne a “honrar” inteligência humana, o ser humano, em contraposição a um humanismo depreciante, desde o Renascimento.

  6. O lugar da história em tempos de crise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Grespan

    2004-12-01

    Full Text Available A crise dos modelos historiográficos das décadas de 70 e 80, em que a fragmentação dos objetos correspondia à do sujeito, levou a um recente retorno a este último, pela via da hermenêutica de Gadamer e Ricoeur. O presente texto procura discutir também esta alternativa, considerando que os processos sociais da modernidade se autonomizam dos seus agentes e constituem como que um "sujeito automático" a subjugar os sujeitos conscientes e envolvê-los em suas estruturas. O sujeito relativamente consciente e livre só pontua através da crise em que entram aqueles processos sociais, como verificamos na atualidade. A crise representa, assim, o ressurgimento da história enquanto oportunidade decisiva para reordenar, mediante a crítica, a trama da identidade e da diferença, constitutiva tanto da existência social quanto da consciência historiadora.

  7. IDENTIDADE E FUNÇÃO DA CONSCIÊNCIA MORAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roque Junges

    1990-01-01

    Full Text Available A consciência tornou-se uma palavra chave do mundo moderno. Podemos dizer que o surgimento da modernidade se identifica com uma eclosão da consciência em todos os seus sentidos. A riqueza deste fenômeno faz com que esta palavra designe hoje diferentes realidades, não unívocas mas análogas. Por um lado engloba a liberdade de consciência que é um dos pilares da sociedade atual e um dos direitos fundamentais da pessoa humana. Este direito toma a sua forma na liberdade religiosa, no pluralismo de opiniões, no respeito á objeção de consciência etc. Por outro lado o despertar dos povos oprimidos está ligado igualmente a uma eclosão da consciência através de um processo de conscientização dos seus direitos e da situação injusta em que vivem. Isto significa uma superação da consciência ingênua e inautêntica e o surgimento de uma consciência crítica que se posiciona diante da situação de opressão e luta por superá-la.

  8. Guerra y guerra. La modernidad apocalíptica de Thomas Müntzer a León Tolstói

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bayón, Fernando

    2010-10-01

    Full Text Available This article discusses the philosophical significance of Leo Tolstoy for european modernity, in dialogue with a number of writers and authors that provide an alternative way of thinking confronted to the hegemonic ideas on how the modern conscioussnes was born. The authors addressed here cover a large time span, ranging from the sixteenth to the twentieth century: Thomas Müntzer, Jean-Paul and Carlo Michelstaedter. The hypothesis of this essay argues that european Modernity was strongly influenced by new forms of religious experience that helped to extend across the continent a rupturistic sense of consummation of historical time. The primary aim of this paper is to show the role that certain apocalyptic tone played in Tolstoi’s late work, a tone highly syntomatic of the deep crisis experienced in the religious-political sphere at the beginnig of the twentieth century.

    Este artículo analiza cuál es el puesto de León Tolstói en la Modernidad a través de un diálogo con una serie de autores que representan una alternativa al discurso hegemónico en torno a la constitución de la conciencia moderna. Los autores elegidos son representativos de un gran arco temporal que va del siglo XVI hasta el XX: Thomas Müntzer, Jean Paul y Carlo Michelstaedter. La hipótesis del artículo defiende que la Modernidad política quedó fuertemente marcada por formas inéditas de experiencia religiosa que ayudaron a extender por todo el continente una nueva idea de la consumación del tiempo histórico. El argumento principal de este ensayo se dirige a demostrar que la obra de Tolstói participa de un cierto tono apocalíptico que resulta muy sintomático de las fracturas políticas de la modernidad así como de las crisis de la conciencia histórica.

  9. The mass media and tendentious modernity in the transition process from the national society to the European Community = Meios de comunicação de massa e modernização tendenciosa no processo de transição da sociedade nacional para a Comunidade Européia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schifirnet, Constantin

    2009-01-01

    Full Text Available Este artigo analisa as transformações dos meios de comunicação de massa no processo de construção de identidade europeia após as duas ampliações. Irei me concentrar no impacto dos meios de comunicação de massa na europeização. Estudo a transição na Romênia em particular para entender a europeização, do contrário parece como se meu estudo cobrisse toda a Europa, e os meios de comunicação na Romênia. Minha tese é que os meios de comunicação poderiam exercer um papel ativo na promoção do processo de integração europeia caso mudasse sua atenção das particularidades históricas para a evolução moderna de cada país-membro da UE. Introduzo o conceito de modernidade tendenciosa, útil para estudar meios de comunicação de massa em sociedades em transição. Nessas sociedades a modernização começou com a construção de instituições políticas e não com a construção da economia capitalista. Modernidade é o principal arcabouço e principal elemento sobre o qual se apóia uma sociedade, um mosaico, entretanto por meio da economia, a base de um desenvolvimento nacional e do progresso. Nestas sociedades, como a Romênia, meios de comunicação de massa promovem este mosaico de modernidade e ao mesmo tempo atuam como mensageiros de modernidade e europeização

  10. Elementos fundamentais da pedagogia jesuítica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Palmira Bittencourt Santos Casimiro

    2004-08-01

    Full Text Available O presente trabalho apresenta o panorama do mundo ocidental cristão em torno do século XV, algumas das controvérsias que contribuíram para a cisão religiosa da modernidade, as tendências pedagógicas tomadas, a partir de então, pela Igreja Católica, com destaque especial para a participação da Companhia de Jesus no Concílio de Trento. Discorre, a seguir, sobre a vida de Inácio de Loyola, principalmente sobre as motivações que o levaram a fundar a Companhia de Jesus em l534. Finalmente, considera sobre os principais escritos de Inácio: os Exercícios Espirituais, as Constituições da Companhia de Jesus e a Ratio atque lnstitutio Studiorum Societatis lesu, correlacionando estes documentos com os caminhos que a Companhia seguiu, desde Inácio de Loyola até a supressão da Ordem em 1773, e a influência desses documentos na proposta educacional dos Jesuítas.

  11. Sementes da Paixão: agroecologia e resgate da tradição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonatta Sousa Paulino

    2015-09-01

    Full Text Available Resumo: A favor de uma agricultura livre de agrotóxicos e contra as sementes geneticamente modificadas que não se adaptam ao seu sistema produtivo, agricultores familiares de vários municípios do semiárido paraibano têm criado Bancos de Semente Comunitários (BSC, que se integram numa rede chamada de Sementes da Paixão. Esta rede toma por base ideais da agroecologia, prática agrícola alternativa com preceitos ecológicos e sustentáveis. Os agricultores que participam desta rede defendem constantemente uma identidade campesina e tradicional, em contraposição à modernização capitalista. Assim, graças à repetição desta necessidade de efetivar o resgate da tradição dos agricultores, toma-se como objetivo central refletir sobre a fala de resgate à tradição propagada pelos agricultores agroecológicos; pelos técnicos que com eles trabalham e pelos estudiosos que escrevem sobre esta temática, procurando entender, por meio de uma análise de trabalhos que tratam das experiências com as Sementes da Paixão, quais seriam as condições de existência da invenção desta tradição, e qual o intuito de promover tal resgate dentro de um contexto histórico moderno. Conclui-se que a chamada tradição não se oporia à modernidade e à ciência, mas seria um modo de desenvolvimento e aplicação de saberes distintos do padrão dominante de racionalidade.

  12. Las casas patio de Mies van der Rohe: un jardín de la modernidad. Una lectura desde el concepto de pluralidad y desde la tercera naturaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Germán Ramírez

    2016-12-01

    Full Text Available En este artículo, el proyecto de las casas patio de Mies van der Rohe se plantea como un jardín de la modernidad; en sentido alegórico, como un espacio trascendente que supera el sentido de utilidad. Este singular y emblemático proyecto se comprende en contraposición a una visión positivista y economicista que también ha absorbido la práctica arquitectónica. La lectura que se propone de este proyecto hace una particular mediación con el concepto de pluralidad, de Hannah Arendt en su crítica a la emergencia del Mundo Moderno, y al concepto de la tercera naturaleza o el jardín como arquitectura del paisaje.

  13. La tensión modernidad-posmodernidad: un telón de fondo para la socialización política en Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gloria Clemencia VALENCIA GONZÁLEZ

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: El debate que afecta a las sociedades desarrolladas en los inicios del siglo xxi, que en términos genéricos se resume en la tensión modernidad y posmodernidad, y que afecta sin duda a todas las dimensiones educativas de la sociedad, también alcanza su expresión particular en marcos geográficos como el de Colombia, aunque con algunas variantes. Temas como la violencia, la participación ciudadana, la democracia participativa son dimensiones imprescindibles de la tarea educativa que exige el contexto colombiano.ABSTRACT: The age of information, the debate between modernity and posmodernity, and their consequences on educational thought and practice, have special identity in Colombian society. Therefore like violence, participative democracy and citizenship are essential in educational discussion in the school, the family and the mass media.

  14. A advertência poética de Hilda Hilst em As aves da noite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens da Cunha

    2017-01-01

    Full Text Available Entre 1967 y 1969, Hilda Hilst escribió ocho piezas de teatro, entre ellas, As aves da noite, en la cual relata los últimos momentos de seis prisioneros en la celda del hambre, en un campo de concentración nazi. En este artículo, analizamos As aves da noite como una pieza de advertencia sobre el terror impuesto por cualquier estado totalitario, no solamente el instaurado por el nacionalsocialismo alemán. El análisis fue fundamentado, entre otros pensadores, en Alain Badiou, para quien el siglo XX no ha cumplido la promesa de la modernidad y la vida y por el contrario solamente he cumplido su destino y su designio positivo a través del terror. Nos apoyamos en las ideas de Hannah Arendt para analizar el odio y la violencia de los estados totalitarios.

  15. Me' vinik. Una metáfora tzotzil sobre la salubridad de la vida en la modernidad de los Altos de Chiapas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel Neila Boyer

    2012-05-01

    Full Text Available El presente artículo responde a la búsqueda de sentido de una expresión corriente sobre la aflicción del me' vinik entre los tzotziles de la región de Los Altos de Chiapas; expresión con la que pretenden dar cuenta de su abrumadora presencia en la actualidad: «ya es nuestra enfermedad». Ésta es una dolencia sinónima de otras que se producen en todo el país y que el Diccionario Enciclopédico de la Medicina Tradicional Mexicana recoge bajo la categoría de «latido», pero es aquí donde adquiere una dimensión especial. El análisis del me' vinik pone de manifiesto cómo la alimentación provee de metáforas para reflejar las dificultades de la vida cotidiana y los «disgustos» que acarrea la modernidad. Metáforas, por otro lado, que sustentan una concepción amplia de pobreza como escasez material y malnutrición emocional. Al desentrañar las sensaciones experimentadas con el me' vinik se torna evidente una crítica fuerte a la potabilidad de la vida en la modernidad y a su salubridad en un tiempo que denominan ach' kuxlejal, «nuevo vivir». Las características de esta aflicción, y la cosmovisión que sustenta la existencia de este órgano, refuerzan la idea del me' vinik como una enfermedad de la vida en un momento de rápidos y profundos cambios en las comunidades indígenas de la región.

  16. El último estadio de la Historia (Memoria, Rememoración y Bildung: sobre la teoría de la Modernidad en Hegel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heller, Agnes

    1996-10-01

    Full Text Available Not available.

    En el presente artículo la autora se plantea la posibilidad de supervivencia de la modernidad, tal y como Hegel aborda ese más que crucial problema mediante el concepto de Mundo Moderno. Este concepto puede entenderse en tanto que tiempo presente histórico absoluto, el cual lleva implícita la desmemoria histórica, pero asimismo en tanto que continuo hacerse presente que, mediante la filosofía, rememora y dota de significado nuestra experiencia colectiva. La rememoración es el instrumento de la modernidad que se apropia de su pasado para conocer las posibilidades del futuro, y el aliado de la Bildung (educación que caracteriza a aquellos individuos que todavía pretenden transformar las cosas y afirmar el reconocimiento mutuo como base de la autocomprensión y la comprensión del Otro. Sin embargo, la autora defiende frente a Hegel un poder de rememoración que no cancela la moralidad kantiana, pues una descripción normativa del mundo moderno ya no cuenta con un espíritu absoluto que supera la mera «historia empírica». Este siglo nos ha ofrecido -y todavía ofrece- un horror tan real que no se deja subsumir dentro de ningún sistema que, al fin y al cabo, no sabe distinguir el bien del mal en aras de lo absoluto.

  17. CONSTITUCIONALISMO DIGITAL E A LIBERDADE DE REUNIÃO VIRTUAL: PROTESTO E EMANCIPAÇÃO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Coni Junior

    2017-06-01

    Full Text Available O artigo busca analisar o impacto dos tempos de indignação, especialmente diante da crise de representatividade democrática e de efetividade concreta de tais garantias fundamentais na modernidade. Examina-se, ainda, de que forma a era digital e os avanços das tecnologias da informação e comunicação podem contribuir para um novo modelo de exercício da cidadania através da internet e como as manifestações nas redes sociais podem ampliar o espaço democrático e o debate político.

  18. Do ideal ascético ao ideal estético: a evolução histórica da Anorexia Nervosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cybelle Weinberg

    2010-06-01

    Full Text Available O estudo da anorexia nervosa sob uma perspectiva histórica visa contribuir para a investigação daquilo que se configura como influência cultural na gênese e manutenção do quadro, além de questionar posições segundo as quais a anorexia nervosa seria um "mal da modernidade" ou decorrente de um único fator. Uma análise da vida das santas da Idade Média, por exemplo, mostra quanto o comportamento perseverante as aproxima das anoréxicas de hoje, ainda que a motivação e os ideais (ascético nas primeiras e estético nas últimas sejam diferentes.

  19. O Big Data e os desafios da modernidade: uma regulação necessária? / Big Data and Modernity Challenges: A Required Regulation?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Cravo

    2015-10-01

    Full Text Available Purpose – This article introduces the reader to the paradigmatic revolution performed by Big Data, and encourages imagining how jurisprudence and the law can deal with the challenges that will result from modernity of technology. Methodology/approach/design – It was composed from bibliographic research aimed at explaining the Big Data phenomenon and challenging its implications on the law, in light of the theory of Immanuel Wallerstein on modernity. Findings – The main features of the novel phenomenon of Big Data are presented with emphasis on the potential harmful implications for democratic participation in the regulatory process, in order to relate them to the concepts of modernity of technology and modernity of liberation developed by Immanuel Wallerstein. Practical implications – The article serves as an invitation to the researcher interested in the impact of modernity of technology in the legal institutions that modulate and legitimate the regulatory process, with special focus on Big Data. Originality/value – It innovates in the Brazilian legal research to the extent that it assists in delving the implications of Big Data in Portuguese speaking literature.

  20. COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL NA MODERNIDADE: uma entrevista com a Dra. Cláudia Paes Borba.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro de Mello Gomes

    2016-12-01

    Full Text Available A entrevistada dessa edição é a professora Cláudia Paes Borba. Ela é graduada em jornalismo, mestre e doutora em Administração pela PUC/RS. Atualmente é professora do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Novo Milênio de Vila Velha no Espírito Santo. Ministra atualmente as disciplinas de Marketing Estratégico e Comunicação Empresarial. Na conversa com a Dra Cláudia foi colocado em pauta um dos grandes assuntos da gestão moderna, se comunicar de maneira eficiente, dentro e fora da empresa, diante de tantas transformações tecnológicas, bem como ser criativo na relação com os públicos.

  1. IMPACTOS DA REALIDADE SOCIOCULTURAL E RELIGIOSA SOBRE A VIDA CONSAGRADA A PARTIR DA AMÉRICA LATINA.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Batista Libanio

    2005-01-01

    Full Text Available A partir da América Latina, procura-se perceber os impactos do momento atual sobre a vida religiosa e as respostas oferecidas. A complexidade da realidade pede decisões responsáveis e nova compreensão da liberdade em meio a difuso temor do compromisso definitivo. Adelgaça-se a consciência histórica e ética num contexto neoliberal e midiático. Agrava-se a confusão entre vocação e profissão no interior da crise das Instituições. A pós-modernidade fluida na sua dimensão social e religiosa, a acentuada valorização da exterioridade de ritos e práticas, o desgaste da vida religiosa tradicional provocam um surto de movimentos eclesiais de espiritualidade e apostolado onde brotam novas formas religiosas como um desafio à criatividade da vida religiosa clássica. Finalmente ela tem que enfrentar o incontornável problema vocacional para o futuro. ABSTRACT: The author seeks to perceive the impact of the current moment in the religious life and its answers, from the Latin American perspective. The complexity of the reality demands responsible decisions and new understanding of freedom in the midst of a diffuse fear of definitive commitment. The historical and ethical consciousness gets narrow in the neoliberal and media context. The confusion between vocation and profession deepens its roots among the crises of institutions. Post-modernity, fluid in its social and religious dimensions, the increasing valorization of external rites and practices, the weariness of the traditional religious life produce a strong proliferation of ecclesial movements of spirituality and apostolate from which emerge new religious forms as a challenge to the creativity of the traditional religious life. Finally it has to face the unavoidable problem of vocational shortage in the future.

  2. La administración y la organización. El legado sociohistórico de la modernidad y su desafío en la construcción de un sistema socioeconómico equilibrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Enrique Lozada

    2014-07-01

    Full Text Available Rev.esc.adm.neg El actual estado de la realidad humana y del medioambiente es el resultado de las profundas transformaciones que la modernidad en la figura de la Revolución Industrial y la Revolución Francesa implicaron en la transformación de la sociedad; la administración y por ende la organización, son también el fruto de los imperativos legados por la modernidad, de ahí la necesidad de una revisión profunda de la forma como la disciplina administrativa se debe construir en el marco de un modelo socioeconómico que ante lo evidente, desconoce la naturaleza humana y amenaza la supervivencia de las especies.

  3. Sobre brinquedos e infância: aspectos da experiência e da cultura do brincar On toys and childhood: aspects of the experience and culture of playing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Barbosa Lins de Almeida

    2006-08-01

    Full Text Available Partindo do paradigma do pensador Walter Benjamin, um dos mais proeminentes do século XX, cujo materialismo evoca a categoria da infância desvinculada da ótica ideológica de uma visão complacente, este trabalho busca capturar o pensar sobre tal experiência por intermédio da leitura e da subseqüente discussão sobre textos de cerca de 80 anos, os quais surpreendem pela sua contemporaneidade. Assim, o presente trabalho inicia-se de uma reflexão crítica sobre a infância oriunda da leitura dos luminosos textos de Walter Benjamin sobre a cultura da criança. Ao revisitá-los, espera-se contribuir em direção à elucidação do grande enigma dos valores da infância, sendo esta fundamental à compreensão da modernidade.Based on the paradigm of philosopher Walter Benjamin, whose materialism evokes the category of childhood detached from an ideological and indulgent view, the present paper aims at capturing the experience of childhood through the reading and subsequent discussion of Walter Benjamin's surprisingly contemporary 80-year-old texts on children's culture. By revisiting such articles, It expects to further elucidate the enigma of childhood values as well as to provide a view on how such values help promote a more comprehensive account of modernity.

  4. A SAGA DA ATIVIDADE SINFÔNICA EM BELO HORIZONTE. (Dossiê: Música, Linguagem e Sociedade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Aníbal Nápoli Villalba

    2016-09-01

    Full Text Available RESUMOEste artigo representa uma síntese do primeiro capítulo de minha tese de doutorado em História Social da Cultura defendida na Universidade Federal de Minas Gerais. defendida na Universidade Federal de Minas Gerais, tendo como objetivo analisar historicamente as origens e consolidação da atividade sinfônica em Belo Horizonte e seus desdobramentos em termos de gestão. A rigor, pretende-se constatar que, junto à visão de modernidade que se denotava com a criação da nova capital e o advento de uma época auspiciosa, a incorporação da atividade sinfônica à cultura mineira foi um modelo entendido pela intelectualidade brasileira como sinônimo de sofisticação e progresso, condizente com a melhoria da cultura no Estado.Palavras-chave: Orquestra Sinfônica, Modernidade, Belo Horizonte, Políticas públicas para a Cultura.ABSTRACT :This article represents a synthesis of the first chapter of my doctoral thesis in Social History of Culture defended at the Federal University of Minas Gerais, aiming to analyze historically the origins and consolidation of symphonic activity in Belo Horizonte and its consequences in terms of management. In fact, we intend to see that, with the modern view that is denoted with the creation of new capital and the advent of an auspicious time, the incorporation of symphonic activity to the mining culture was a model understood by Brazilian intellectuals as synonymous of sophistication and progress, consistent with the improvement of culture in the state.Keywords: symphony orchestra, modernity, Belo Horizonte, public policies for culture.Recebido em: 03/07/2016  – Aceito em 30/07/2016

  5. Leite e modernidade: ideologia e políticas de alimentação na era Vargas

    OpenAIRE

    Brinkmann, Sören

    2014-01-01

    Nos anos 1930 difundiu-se no Brasil a nova ciência da nutrição, que introduziu também a convicção de que o leite de vaca constituía o mais importante dos alimentos básicos. Apesar da campanha levada a cabo pelo Ministério de Educação e Saúde Pública em meados dos anos 1930, o consumo de leite no Rio de Janeiro se manteve muito aquém das recomendações dos expertsdevido à má qualidade do produto e a seu elevado preço. Este trabalho analisa os esforços do Estado Novo para melhorar o sistema de a...

  6. BIOPIRATARIA E PROTEÇÃO JURÍDICA DA BIODIVERSIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melhores Trabalhos .

    2015-02-01

    Full Text Available A biopirataria representa uma dicotomia entre a proteção da biodiversidade e o impacto no campo econômico, especialmente no que diz com a marcha inserida pelo sistema globalizado, o qual reflete no desenvolvimento do país. Os problemas de sustentabilidade ambiental advindos com a modernidade e com o hiperconsumismo culminam na exaustão dos recursos naturais, devastação das espécies e da biodiversidade, além de ocasionar significativo desequilíbrio econômico e social da população – especialmente dos povos menos desenvolvidos cultural e economicamente – permitindo a disseminação da biopirataria. Neste cenário, o presente artigo visa refletir acerca da igualdade dos direitos individuais e coletivos, bem como dos princípios orientadores do direito abiental e suas interconexões com a biopirataria, objetivando investigar, verificar e analisar os aspectos que envolvem a biopirataria no cenário brasileiro, bem como as consequências ecológicas, políticas, sociais, culturais, econômicas, científicas e jurídicas que permeiam a análise do tema, relacionando-o com a perspectiva de preservação da biodiversidade brasileira.

  7. O lugar dos sujeitos e a questão da hipossuficiência na promoção da saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Carlos Aneiros Fernandez

    2012-09-01

    Full Text Available Este artigo discute a noção da hipossuficiência do sujeito presente em textos que focam a promoção da saúde. Apresenta os resultados de uma pesquisa de doutorado na qual foram analisadas cinco teses de doutorado e quatro dissertações de mestrado sobre a promoção da saúde. A partir dos referenciais de análise em torno das noções de dinâmica social, das racionalidades empregadas e das visões sobre o projeto da modernidade presentes no material pesquisado, pode-se interpretar as etiologias para a produção da noção de hipossuficiência do sujeito e, consequentemente, o lugar que essa produção reserva a ele. Verificou-se uma ocorrência significativa dessa noção de hipossuficiência e sua aproximação ao cientificismo.

  8. A questão da universidade e da formação em ciências sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sylvia Gemignani Garcia

    2000-05-01

    Full Text Available A análise histórica dos processos sociais e intelectuais que caracterizam a formação cultural e científica na modernidade contemporânea permite a reconstrução de questões culturais e educacionais que se fazem constantemente presentes hoje no dia-a-dia da vida universitária na forma de problemas acadêmicos e administrativos. Situada na intersecção das áreas de história intelectual, sociologia da ciência e das instituições científicas e sociologia da educação e da cultura, essa perspectiva de investigação aborda, primeiro, os amplos processos institucionais nas esferas da política, da economia e da cultura que situam a questão contemporânea da universidade e da formação em ciências sociais; em seguida, expõe alguns aspectos centrais do debate sociológico acerca da natureza da disciplina e do perfil da formação em ciência social; e, finalmente, discute certos pressupostos e categorias básicas das atuais propostas de reforma universitária.The historical analysis of the social and intellectual processes that characterise the cultural and scientific education in contemporary modernity allows for the reconstruction of cultural and educational questions, which are perceived as academic and administrative problems in our daily lives at the university. The approach adopted in this paper is situated at the intersection between intellectual history, the sociology of science and scientific institutions and the sociology of education and culture. It discusses, firstly, the wide institutional processes in the political, economic and cultural spheres that circumscribe the contemporary questions of the university and the education in social sciences; secondly, it analyses some of the central aspects of the sociological debate on the nature of the discipline and the profile of the education in social sciences; finally it looks at a few premises and basic categories of the present proposals for the reform of the university.

  9. Humanismo, sujeto, modernidad. Sobre la crítica de la razón mítica de Franz Hinkelammert

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Fernández Nadal

    2010-03-01

    Full Text Available El trabajo aborda la concepción de la historia y la crítica de la modernidad desarrolladas por F. Hinkelammert, a las que se ubica en la perspectiva desarrollada por (la primera Escuela de Frankfurt, particularmente por Walter Benjamin. En la elaboración de las categorías fundamentales de la reflexion hinkelammertiana sobre la historia, se destaca un primer hito fundamental, constituido por la Crítica de la razón utópica. En esta obra, el autor presenta la aspiración de alcanzar verdaderas metas imposibles, pensadas en términos de instituciones perfectas, a partir de acercamientos progresivos, como una tendencia propia de la racionalidad moderna que debe ser sometida a critica. La Crítica de la razón mítica constituye el segundo hito de ese desarrollo critico, en el cual se retoma la relación entre cristianismo y modernidad a partir del concepto de “secularización”, mostrando sus relaciones de continuidad/ ruptura respecto a los resortes miticos que alientan paradójicamente la razón instrumental Abstract The work approaches the conception of history and the critique of modernity developed by F. Hinkelammert’s, which lies in the perspective developed by the (first Frankfurt School, particularly by Walter Benjamin. In the developing of the fundamental categories of the Hinkelammert reflection on history, highlights a fundamental first landmark, constituted by the Critic of the utopian reason. In this work, the author presents the aspiration to achieve real impossible goals, thought in terms of perfect institutions, from progressive approaches, as an own tendency of the modern rationality that must be subjected to criticism. The Critic of the mythical reason constitutes the second landmark of that critical development, in which retakes the relation between Christianity and modernity from the concept of “secularization”, showing its relations of continuity/rupture in respect to the mythical springs that paradoxically

  10. Volta 100 anos depois ou o estado d’arte da pilha de Volta nos livros didáticos do final do século XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Cesar Danhoni Neves

    1999-05-01

    Full Text Available Este trabalho procura mostrar a diferença de tratamento sobre a pilha ou bateria em livros didáticos de física no final do século XIX. O uso cotidiano de pilhas na vida moderna eclipsa a questão da eletricidade em movimento. Isto decorre de um tratamento superficial nos atuais livros “didáticos” de física, dissociado da forte motivação que existia na última década do século XIX, quando estava em curso uma revolução das máquinas movidas à corrente elétrica, precursoras da modernidade de um novo século.

  11. A dissolução da identidade em corpos complexos: Para além do binarismo masculino/feminino

    OpenAIRE

    Silveira, Ederson Luís

    2015-01-01

    As identidades na pós-modernidade não podem ser mais vistas como fixas, imutáveis e homogêneas. Dessa forma, a (des)construção da identidade está associada aos cuidados e às representações do corpo a partir da subjetividade. Procuraremos analisar como ocorrem as subjetivações de gênero enquanto locus de indício dos processos de formação de identidades a partir da (des)identificação social. Esta pesquisa é documental pe lo fato de explorarmos conteúdos (sequências discursivas extraídas de entr...

  12. Direitos, deveres não: o teor cognitivo da moral moderna = Rights, not duties: the cognitive content of modern morality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dutra, Delamar José Volpato

    2011-01-01

    Full Text Available O conteúdo normativo da modernidade fundamenta a distinção entre moral e ética, bem como, no âmbito da teoria da justiça, a prioridade do justo sobre o bom. A normatividade assim concebida parte do pluralismo incomensurável de doutrinas e concepções de bem. O direito à liberdade que sustenta o edifício do consenso liberal não é uma base suficiente para dar conta de decisões aceitáveis por todos em questões de bioética. Por isso, duas alternativas são possíveis, aquela de um modus vivendi entre as várias posições e aquela processual. Sugere-se que somente esta última pode fundamentar um consenso razoável entre as diversas posições

  13. Narrativas, rituais urbanos e o contexto social do olhar na virada do século XIX para o século XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloiza Gurgel Pires

    2017-08-01

    condensam o pensamento do filósofo em torno do surgimento da grande urbe, da reprodutibilidade técnica da imagem e da centralidade do cinema na modernidade. Palavras-chave> Modernidade. Cinema. W. Benjamin. Narrativas urbanas. Cotidiano.

  14. Prisão no Brasil, modernidade periférica e habitus precário

    OpenAIRE

    Sálvia, Dênis Berte; Universidade Federal de Santa Catarina

    2015-01-01

    Os dados disponíveis sobre o sistema prisional brasileiro propiciam uma série de estudos e interpretações sobre o assunto e, mesmo apresentando alguns entraves, quando esses dados são utilizados para trabalhos sociológicos, as perspectivas sobre nosso sistema prisional podem ser expandidas. Neste trabalho procurou-se, de maneira introdutória, iniciar a tarefa de interpretar essas informações com base em uma teoria sociológica que trata da desigualdade social no Brasil, para verificar a possib...

  15. Mito e modernidade: Diálogos com Leucó e tragédia contemporânea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Alves Gilly

    2016-07-01

    Full Text Available O presente trabalho parte de uma análise da reinvenção dos mitos gregos antigos realizada na obra "Diálogos com Leucó", de Cesare Pavese, buscando entender até que ponto o modo como o autor reescreve subversivamente essa tradição consegue fazer com que ela alcance novos significados e nova relevância para a sociedade contemporânea. Entendendo que os mitos gregos transmitem um contínuo e inevitável conflito do humano contra a natureza e os deuses, Pavese contrapõe a esse mundo primordial a sociedade industrial do pós-guerra eurpoeu, na qual se reatualizariam os conflitos contra as potências míticas que governam o mundo. Os mitos se tornam assim transmissão da condição universal e inescapável que é dada pelo destino humano, pois é criação constantemente renovada pela fala dos deuses superiores. E a poesia, enquanto linguagem pela qual o mortal se comunica com a fala divina, é a eterna tentativa humana de criar um destino diverso, uma outra fala para uma outra relação com os deuses.

  16. A parte do diabo: provocação da sociologia maldita de Michel Maffesoli para os estudos de religião http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v2n3p21-29

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson Schultz

    2011-12-01

    Full Text Available A sociologia desenvolvida no campo de estudos da pós-modernidade ergue-se com grandes provocações ao campo de estudos de religião, esse classicamente determinado pelo trio moderno Marx, Durkheim e Weber. O pensador Michel Maffesoli, sociólogo francês estudioso do imaginário e do cotidiano, mostra como o espírito pós-moderno de diluição, desconstrução e quebra de paradigmas pervade todas as dimensões da vida contemporânea, inclusive formatando o jeito de crer e a forma de entender o religioso. A partir daí, os estudos do religioso – especialmente Teologia, Ciências da Religião e Ensino Religioso – reelaboram seus conceitos modernos, reestruturando seu campo a partir de novas categorias de análise da sociedade propostas por Maffesoli: Sociedade Neotribal, Associação pelo Desejo-de-estar-juntos, Processos de indentificação, Homeopatia do mal, Efeito de composição, entre outros.Palavras-chave: Michel Maffesoli; estudos de religião; pós-modernidade; neotribalismo; sociologia, imaginário religioso.

  17. Foucault e Kant: considerações em torno da ética e do Aufklärung

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Basí­lio Novaes Thomaz de Menezes

    2010-09-01

    Full Text Available Este ensaio tem por tema a perspectiva de uma ética relacionada à concepçáo de modernidade em Michel Foucault. Ele trata da leitura que Foucault faz do texto de Kant sobre o Aufklärung. Investiga o âmbito específico das condições de uma ontologia do indivíduo na qual busca mostrar a articulaçáo entre o diagnóstico do presente e a reconstruçáo da tradiçáo crítica em torno da idéia de autonomia. Procura demonstrar na concepçáo da “atitude de modernidade” a força histórica da herança do Aufklärung encontrada na perspectiva crítica de uma problematizaçáo ética da atualidade, a partir de uma concepçáo de autonomia, estabelecida na proposta de uma “estética da existência”.

  18. Construção e identidade da dogmática penal: do garantismo prometido ao garantimo prisioneiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina Pereira de Andrade

    2008-09-01

    Full Text Available Tratamos, neste artigo, da construção eidentidade da Dogmática Penal enquanto paradigmade Ciência Penal dominante na modernidade. E ofazemos através de três passos, a saber: demarcandosuas matrizes e modelos fundacionais (num primeiromomento em nível do saber e, num segundomomento, em nível da relação saber-poder; demarcandoo que é a Dogmática Penal desde suaauto-imagem (desde uma escuta à voz dospenalistas que protagonizam e compartilham seuparadigma para, ao final, problematizá-la em nívelfuncional, apontando a contradição entre suasfunções declaradas (garantismo prometido e asfunções realmente cumpridas na modernidade(garantismo prisioneiro. A Dogmática aparece,nesta perspectiva, como um protagonismo decisivono processo de instrumentalização e legitimaçãodo controle penal moderno e da ordem social queele co-constitui.Abstract: This article deals with the constructionand identity of the Penal Dogmatic, as a paradigmof the Penal Science, dominant in modernity. Thisis done in three steps: delineating their originsand foundational models (at a first moment at thelevel of knowledge and, in a second, in aknowledge power moment determining what isPenal Dogmatic, since its self image (since alistening to a voice of penalists whom have carriedout and shared their paradigm, to, at the end,transform it into a problem at a functional level,pointing out the contradictions between thedeclared functions (promise guarantism and thereal functions promised in modernity (prisonguarantism. The Dogmatic appears, in thisperspective, as a decisive carry out in the processof instrumentalizating and legitimating of themodern penal control, and of the social order,which it constructed.

  19. La estética de la desesperanza: un bel morir de Álvaro Mutis y la crítica a la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Witton Becerra Mayorga

    2006-01-01

    Full Text Available El presente artículo pretende dar cuenta del programa estético desarrollado por Álvaro Mutis en la tercera novela de la Saga de Maqroll el Gaviero: Un bel morir. Esta obra es de vital importancia para entender, en términos de Bourdieu, la toma de posición que el autor asume. Concretamente la puesta en forma de la novela se presentará de una manera general para relacionarse con la novela de Joseph Conrad titulada Victoria. Allí se revisarán los elementos fundamentales de la creación verbal que se ponen en relación con la desesperanza como axiología constituyente de la obra, por esta razón emerge a nivel del programa estético de la novela una crítica a la modernidad que se puede definir desde la misma novela como creación artística y desde la axiología como la toma de posición de Mutis en el campo de la novela colombiana. El campo teórico, por las categorías aludidas, es la sociocrítica.

  20. Metáforas de modernidad en la fotografía de las revistas de arquitectura Argentina, 1929-1955

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Méndez

    2014-06-01

    Full Text Available El presente artículo analiza la fotografía de arquitectura en las páginas de la revista argentina Nuestra Arquitectura en sus ediciones hasta 1955. Se sostiene aquí que el discurso de estas imágenes –que considera a la fotografía como texto-, reunió las condiciones suficientes para consolidar la apertura del Movimiento Moderno en el contexto local. El estudio se basa en los dispositivos de comunicación que facilitaron la construcción y difusión de los nuevos códigos que atendieron, como criterio paradigmático la percepción visual, la estética del espacio y la masa volumétrica, ponderando la forma por sobre la función de habitabilidad a la que se debe todo objeto arquitectónico e instalaron la formulación de su imaginario de modernidad.

  1. Modernidad y cambio social: una perspectiva integradora, o el más acá de los estudios de género

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flamarique, Lourdes

    2016-04-01

    Full Text Available This article analyzes some changes in the lifestyles of women, with the claim that their “modern” character falls within the scope of the objective culture, i.e., they encompass the entire human condition, enabling us to interpret and understand better the transformations of all human beings. After the first part, which considers the co-relation of modernity and socio-cultural changes, the argumentation focuses on some of the thematic-conceptual themes (work, family and romantic love that characterize the current lifestyle of women and, consequently, society as a whole.En este artículo se abordan algunos cambios en los modos de vida de las mujeres, con la pretensión de que su carácter “moderno” los inscribe en el ámbito de la cultura objetiva, esto es, alcanzan a toda la condición humana y permiten interpretar y comprender mejor las transformaciones sufridas por todos los seres humanos. Tras una primera parte en la que se considera la co-relación de modernidad y cambio socio-cultural, la exposición fija su atención en algunos de los ejes temático-conceptuales que caracterizan el actual estilo de vida de las mujeres (trabajo, familia y amor romántico y, consecuentemente, de toda la sociedad.

  2. Imaginando «El paraíso natural»: representación y modernidad en Puerto Gaitán, Meta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Ramírez

    2012-01-01

    Full Text Available El municipio de Puerto Gaitán, en el departamento del Meta, ha cobrado importancia en el mapa económico de la nación colombiana. En el artículo muestro la formación de Puerto Gaitán en los últimos años explorando los cambios en los modos de explotación, producción y uso de la tierra, así como la emergencia de la imagen Puerto Gaitán Paraíso Natural. Posteriormente analizo esta representación de la naturaleza, mostrando la clase de estereotipos que se movilizan y los cambios en la imaginación del lugar y de la región de los Llanos orientales con esta publicidad. Por último muestro cómo la modernidad se expresa en este municipio a través de la producción de esta imagen, pasando por reflexiones que tocan tanto la imaginación de la diferencia como el gobierno del territorio. El Paraíso Natural aparece entonces como una imagen ambigua, que transita entre la universalidad y la particularidad, y que permite desmentir las prácticas explotadoras de los poderosos.

  3. A construção da AIDS-notícia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Spink Mary Jane P.

    2001-01-01

    Full Text Available O presente estudo alinha-se às pesquisas que focam a mídia como elemento imprescindível da produção de sentidos na modernidade tardia. Tendo por temática a AIDS, busca entender o contexto de produção das notícias sobre a epidemia, a partir do cruzamento das regras de construção de notícias expressas por profissionais envolvidos nesse processo e da análise das matérias publicadas em quatro jornais de maior tiragem nacional, no período de junho a dezembro de 1996. A apresentação dos resultados foi estruturada em três tópicos: (a o fluxo de construção das matérias; (b a visibilidade das notícias sobre AIDS nos jornais analisados; e (c os fatores facilitadores da produção da AIDS-notícia. O estudo permite arrolar aspectos relevantes da produção da AIDS-notícia, incluindo aí: a exclusividade e ineditismo, a noção de pauta quente ou fria e o conteúdo específico das matérias. Destaca ainda o inevitável grau de aleatoriedade decorrente de características organizacionais e do cotidiano jornalístico. Conclui apontando o impacto das transformações recentes nos contornos da epidemia, assim como na dinâmica da comunicação, à luz dos desenvolvimentos da mídia eletrônica.

  4. A construção da AIDS-notícia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mary Jane P. Spink

    2001-08-01

    Full Text Available O presente estudo alinha-se às pesquisas que focam a mídia como elemento imprescindível da produção de sentidos na modernidade tardia. Tendo por temática a AIDS, busca entender o contexto de produção das notícias sobre a epidemia, a partir do cruzamento das regras de construção de notícias expressas por profissionais envolvidos nesse processo e da análise das matérias publicadas em quatro jornais de maior tiragem nacional, no período de junho a dezembro de 1996. A apresentação dos resultados foi estruturada em três tópicos: (a o fluxo de construção das matérias; (b a visibilidade das notícias sobre AIDS nos jornais analisados; e (c os fatores facilitadores da produção da AIDS-notícia. O estudo permite arrolar aspectos relevantes da produção da AIDS-notícia, incluindo aí: a exclusividade e ineditismo, a noção de pauta quente ou fria e o conteúdo específico das matérias. Destaca ainda o inevitável grau de aleatoriedade decorrente de características organizacionais e do cotidiano jornalístico. Conclui apontando o impacto das transformações recentes nos contornos da epidemia, assim como na dinâmica da comunicação, à luz dos desenvolvimentos da mídia eletrônica.

  5. NANOTECNOLOGIA À LUZ DA ÉTICA E DOS DIREITOS HUMANOS / NANOTECHNOLOGY UNDER THE ETHICS AND THE HUMAN RIGHTS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Queila Rocha Carmona dos Santos

    2014-11-01

    Full Text Available O tema desta pesquisa é a nanotecnologia, delimitando-se o estudo nas possíveis consequências do seu desenvolvimento sem limites à luz dos direitos humanos. Objetiva-se destacar os riscos (nanotecnológicos a partir do ponto de vista da proteção dos direitos humanos e de uma possível nova era de direitos baseada na ética como valor para concretizar a dignidade da pessoa humana. Optou-se pela pesquisa bibliográfica e documental, com o método dedutivo, via de regra, e indutivo em algumas reflexões. A necessidade de proteção da dignidade da pessoa humana ressurge na pós-modernidade, sob nova roupagem, em razão dos riscos que se vinculam às novas tecnologias. Por conseguinte, o valor da ética, somado aos princípios de direitos humanos fundamentais, apresenta-se como uma alternativa viável para enfrentar os desafios propostos pela nanotecnologia, pois desse valor decorrem outros e, também, princípios com potencial de conduzir o desenvolvimento a um patamar de segurança e sustentabilidade. Palavras-chave: Nanotecnologia. Direito Internacional dos Direitos Humanos. Dignidade da Pessoa Humana. Ética.

  6. A Fundamentação da moral na obra de Arthur Schopenhauer e a interpretação de Max Horkheimer.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Vagner Rodrigues

    2017-08-01

    Full Text Available Schopenhauer afirma que uma ética não dogmática requer leis demonstráveis derivadas da experiência. Nesse sentido o fundamento de uma ética deve ser uma metafísica imanente, que sustente, na experiência possível, suas afirmações, e que seja, por isso mesmo, capaz de dar de uma vez por todas um fundamento legítimo à moral. A fundamentação da moral schopenhaueriana segue, portanto, uma argumentação muito próxima de uma metodologia científica. Para Schopenhauer a filosofia deve se aproximar mais de uma cosmologia do que da teologia. Max Horkheimer em “O pensamento de Schopenhauer em relação à ciência e à religião” destaca a fecundidade de tal posição filosófica e atualiza a importância de Schopenhauer tanto para sua formação quanto para uma legítima interpretação da modernidade. Acompanhamos, neste artigo tanto os aspectos fundamentais da fundamentação schopenhaueriana da moral, quanto aspectos da interpretação de Horkheimer da empreitada do filósofo

  7. Um olhar de descoberta na Paris da Belle Époque

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carrascoza

    2008-09-01

    Full Text Available Ao estilo dos textos de Baudelaire sobre os flâneurs que caminhavam na cidade de Paris, descobrindo os símbolos da modernidade, este artigo narra a chegada de um estrangeiro à capital francesa no início do século XX e seu passeio pela cidade. Ao longo de um dia, ele tomará contato com as obras de importantes artistas como Toulouse-Lautrec, Murcha e Chéret, que desenharam cartazes para shows, embalagens de produtos, folhetos promocionais, entre outras manifestações artísticas exploradas pelo então nascente espírito moderno. À semelhança do romance de Umberto Eco, A misteriosa chama da rainha Loana, que reproduz imagens da cultura pop e erudita em meio à sua narrativa, o texto segue o formato de ensaio ilustrado, fundindo a ficção com os aspectos reais da Paris na efervescência da Belle Époque. A estrutura, portanto, rompe com os gêneros tradicionais dos artigos acadêmicos, apresentando conteúdo reflexivo por meios dos personagens e da trama engendrada. Palavras-chave: Paris; Belle Époque; modernidade; imagens; publicidade. ABSTRACT In the style of Baudelaire’s texts on the flâneurs who used to walk in the city of Paris, finding the symbols of modernity, this article narrates the ar- rival of a foreigner in the early 20th century in Paris, and his tour around the French capital. In the course of one day, he will be in contact with the works of important artists, such as Toulouse-Lautrec, Murcha and Chéret, who drew posters for shows, products’ packages, advertising leaflets, among other artistic manifestations, explored by the then rising modern spirit. Similar to Umberto Eco’s novel The mysterious flame of Queen Loana, which reproduces images of both pop and erudite culture in its narrative, the text follows the illustrated essay format, merging fiction and the real aspects of Paris’ effervescent Belle Époque. The structure, therefore, breaks free from the traditional genres of academic articles, presenting the

  8. Mecanomorfia educacional: uma crítica a partir da teoria comportamentalista de Alberto Guerreiro Ramos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Marcos Batistela

    2014-09-01

    Full Text Available A crítica da modernidade se tornou debate comum nas últimas décadas do século XX, empreendida por autores preocupados com a construção de alternativas societárias. Uma das linhas teóricas centrais do debate refere-se ao conceito de racionalidade, tendo sido preocupação central em Weber, Mannheim, Horkheimer, Adorno e outros. Alberto Guerreiro Ramos, expoente sociólogo brasileiro da segunda metade do século XX, propõe uma crítica da modernidade pela perspectiva de sua racionalidade organizacional, condensada em sua Teoria da Síndrome Comportamentalista. Essa teoria tenta compreender os fundamentos e as dimensões básicas da razão moderna: Individualismo, Perspectivismo, Formalismo e Operacionalismo. Em suma, a teoria mostra que vivemos imersos numa razão centrada no mercado, que fomenta comportamentos em detrimento da ação (criativa e que reduz a capacidade racional humana aos seus aspectos instrumentais e mercadológicos. A partir disso, tentaremos compreender em que medida a racionalidade moderna acaba forjando um paradigma educacional funcionalista, reprodutivista e mecanomórfico. The critic of the modernity became common debate in the last decades of the century XX, undertaken by authors worried with the construction of alternative partners. One of the central theoretical lines of the debate refers to the concept of rationality of the modernity, having been central concern in Weber, Mannheim, Horkheimer, Adorno and others. Alberto Guerreiro Ramos, exponent Brazilian sociologist of the second half of the century XX, proposes a critic of the modernity for the perspective of its rationality organizacional, condensed in its Syndrome Theory Behavioral. That theory tries to understand the foundations and the basic dimensions of the modern reason: individualism, perspectivism, formalism and operationalism. In highest, the theory shows that lived immerged in a reason centered in the market, that foments behaviors in detriment of

  9. A experiência contemporânea da nudez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonatas Ferreira

    2012-11-01

    Full Text Available O texto que se segue tem como ponto de partida a constatação de uma ruptura teórica importante no âmbito dos estudos relacionados à sociologia do corpo. De fato, em contraposição a parte da cultura modernista, a História da sexualidade de Michel Foucault marca uma nova atitude filosófica com relação ao erotismo. Ali se afirma que o pudor, a repressão da sexualidade, não é mais a forma como se exerce controle sobre os corpos; o próprio erotismo foi confiscado pelas estratégias biopolíticas de nosso tempo. Com a psicanálise e o surrealismo, todavia, acostumamo‑nos a pensar que o erotismo seria uma rota de fuga das jaulas de ferro da modernidade. Foucault teria razão? A julgar pela reflexão em torno do pudor que nos propõe Derrida em O animal que logo sou, não. O pudor seria uma experiência ontológica de liminalidade e diferença semelhante àquilo que Freud teorizou como Unheimlichkeit. Como tal, ele seria humanamente incontornável. Neste ensaio, assumiremos tal linha de argumentação para indagar: certas experiências contemporâneas de intervenções tecnológicas sobre o corpo (cirurgias plásticas estéticas, uso de estimulantes sexuais traduzem uma nova forma de viver o pudor?

  10. AS INTERFACES DA TEOLOGIA COM A BIOÉTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Roque Junges

    2005-01-01

    Full Text Available Nos primórdios da bioética os teólogos desempenharam um papel importante no seu surgimento, devido à experiência na argumentação ética para solucionar casos e, especificamente, devido à tradição de intervenções em ética médica. Posteriormente houve um movimento de independência dos bioeticistas em relação aos teólogos, acentuando a secularização e o pluralismo da reflexão bioética. Isso obrigou os teólogos, que não deixaram de marcar presença, a explicitar a sua contribuição específica num fórum de discussão que é plural e a refletir sobre as relações entre bioética e teologia. Vários autores de tradição agnóstica começam a defender a importância das religiões para o debate ético e para a superação da crise ética da cultura atual pós-moderna. Essa cultura não tem condições de enfrentar as ameaças das manipulações genéticas. Questiona-se a secularização dominante que se instalou na modernidade.

  11. El hombre tecnológico como fetiche de la modernidad ampliada. Acuerdos y desacuerdos con la posmodernidad como resistencia, de Jesús Ballesteros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Santos

    2017-01-01

    Full Text Available El presente artículo señala que nos encontramos en un mundo hipertecnológico, en el que todo es incierto y relativo dentro del contexto de la modernidad ampliada. Este punto de partida sirve para analizar cómo el capitalismo y el individualismo radicales han propiciado una imagen decadente del hombre tecnológico, una situación que muestra el triunfo del materialismo y la decadencia de los valores culturales, éticos y jurídicos en relación con la comprensión del transhumanismo. En la actualidad, el ser humano es un hombre casi aislado y la naturaleza humana resulta líquida, por lo que se hace necesario abogar por un nuevo concepto, más acorde con el respeto al ser humano, que no empobrezca las relaciones humanas. Por ello, este panorama sirve para establecer un diálogo con la posmodernidad como resistencia, de Jesús Ballesteros, como forma de lucha para responder a la injusticia, la inhumanidad y el cretinismo progresivo del mundo actual. Al mismo tiempo, se realiza un pequeño esbozo de una ética jurídica del débil que sirva como alternativa a la actual imagen tecnológica del hombre. Una concepción que persigue dejar una mejor humanidad para las generaciones futuras desde el punto de vista ético y jurídico.

  12. Memoria y cultura contemporáneas : Un abordaje sobre las formas temporales de la conciencia en la modernidad tardía a partir de un producto de la industria cultural

    OpenAIRE

    Quiña, Guillermo Martín

    2009-01-01

    El presente ensayo problematiza, a partir de una reflexión crítica sobre el largometraje audiovisual Memento (Nolan, 2000), la dimensión temporal de la modernidad tardía, atendiendo a la importancia que reviste en el proceso de situación de los sujetos en el mundo. Se analiza el modo en que el desarrollo constante de tecnología y la aceleración contemporánea de flujos de información e intercambio en la vida contemporánea provocan que la temporalidad requerida por el sujeto para desenvolverse ...

  13. Nil Santiáñez, Investigaciones literarias. Modernidad, historia de la literatura y modernismos : Barcelona, Crítica, 2002, 425 páginas

    OpenAIRE

    Illescas, Raúl

    2005-01-01

    Investigaciones literarias es una propuesta amplia, exigente y ambiciosa. Nil Santiáñez organiza una estructura tripartita –“Teorías”, “Duraciones” y “Semejanzas de familia”– para analizar el concepto de modernidad, pensar la historia de la literatura y las diferentes concepciones del modernismo. El autor establece una serie de premisas para realizar este trabajo. En primer lugar, desafía la idea de unicidad para comprender un tema, una época o un concepto. No opera con un único modelo, sino ...

  14. LA ISLA DE LA PASIÓN DE LAURA RESTREPO: UNA UTOPÍA NOVELADA O UNA HISTORIA FICCIONAL DE MODERNIDAD, COLONIALISMO Y DECOLONIALIDAD EN MÉXICO Y AMÉRICA LATINA

    OpenAIRE

    Puertas, Mario Munoz

    2016-01-01

    En esta tesis analizo La isla de la pasión de Laura Restrepo cimentando mi cuadro argumentativo, esencialmente, en conceptos teóricos de narratología (Gérard Genette), de historiografía (Hayden White) y de la Teoría Decolonial (Enrique Dussel, Walter Mignolo y Aníbal Quijano). El objetivo de la presente investigación es analizar si la novela La isla de la pasión (1989), de Laura Restrepo, corresponde a una utopía novelada o una historia ficcional perteneciente a la modernidad, colonialismo y ...

  15. Las teorías de la Modernidad Reflexiva y de los Sistemas Sociales: aportes a la comprensión de las macrotendencias de la educación contemporánea

    OpenAIRE

    Flora Eugenia Salas Madriz

    2006-01-01

    En este artículo se describen y analizan algunos aportes de los sociólogos Anthony Giddens, Scott Lash, Ulrich Beck y Elizabeth Gernsheim, para la comprensión de los cambios que ha sufrido la sociedad en general y la familia en particular, con el paso de la Edad Media a la Era Moderna y a la Posmodernidad. Estos pensadores son representantes de la teoría sociológica conocida como Teoría de la Modernidad Reflexiva, a partir de la cual revisan y explican algunas de la...

  16. Crisis de la interpretación de la modernidad en la teoría crítica. Consideraciones desde la ontología de la fluidez social Crisis de la interpretación de la modernidad en la teoría crítica. Consideraciones desde la ontología de la fluidez social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Retamal Hernández

    2006-10-01

    Full Text Available In the present paper, the critical theory view of modernity is studied from the ontology of social fluidity standpoint. To do that, «Dialectics of Illustration, Philosophical Fragments» —and part of the bibliography derived from it— is analyzed, in order to show that the initial diagnosis of such philosophical current has been largely overcome by modern liquefaction. While the initial diagnosis was determined by the experiences of Holocaust and totalitarism in their different manifestations, the ontology of social fluidity stems from the expansion of global capitalism, the technological revolution and the virtual mediatic culture. For that reason, it makes sense to ask about the extent to which the original perspectives of the critical theory still remain as a source of an interpretation of modernity, nowadays in crisis. In addition to this, the contributions of the critical theory could provide to understand social fluidity.En el presente texto se examina la visión de la modernidad de la teoría crítica a la luz de la ontología de la fluidez social. Para ello se recurre a un análisis de «Dialéctica de la ilustración. Fragmentos filosóficos » —y parte de la bibliografía que de ella se deriva— para mostrar que el diagnóstico inicial de dicha corriente ha resultado ampliamente superado por la licuefacción moderna. Mientras el diagnóstico inicial estaba determinado por las experiencias del Holocausto y el totalitarismo en sus distintas versiones, la ontología de la fluidez social encuentra sus referentes en la expansión del capitalismo global, la revolución tecnológica y la cultura mediático virtual. Por ello cabe preguntarse que queda de las perspectivas originales de la teoría crítica en cuanto donante de una interpretación de la modernidad hoy en crisis. Igualmente, se analizan los aportes que la teoría crítica puede allegar a la comprensión de la fluidez social.

  17. UM COMPUTADOR POR ALUNO: UM DOS ÍCONES DA MODERNIZAÇÃO DA ESCOLA BRASILEIRA NA SEGUNDA DÉCADA DO SÉCULO XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luani de Liz Souza

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO:O objeto central deste texto é a análise de parte das discussões sobre o Programa Um Computador por Aluno, denominado PROUCA, que faz parte das políticas públicas educacionais no Brasil. O artigo é um estudo específico da pesquisa realizada no Projeto Aulas Conectadas? "Mudanças curriculares e aprendizagem colaborativa entre as escolas do projeto UCA em Santa Catarina" (2012 a 2013. Os fundamentos teóricos que se tecem com a empiria se vinculam à noção de cultura material escolar, à cultura escolar e à modernidade. Entre a observação participante e o cruzamento com as fontes documentais, buscou-se compreender as relações entre a materialidade digital, o laptop - UCA, com alguns elementos da política educacional suscitados pelo propósito de inovação escolar a partir deste "novo" objeto de ensino na prática escolar do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina.

  18. Castigo, gestão do risco e da miséria: Novos discursos da prisão na contemporaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael de Albuquerque Figueiró

    Full Text Available Resumo Com a falência do discurso ressocializador que marcou a modernidade, a contemporaneidade traz à tona outros discursos em torno do encarceramento, produzindo mudanças nos sistemas jurídico-penais. Nesse sentido, e partindo do referencial teórico-metodológico da análise institucional, o presente artigo realiza uma análise das funções ocupadas pela prisão na contemporaneidade com relação ao público alvo desses equipamentos. Assim, a partir de nossa inserção em uma unidade prisional do sistema prisional do Rio Grande do Norte, realizamos uma observação participante da rotina de trabalho dos agentes penitenciários. Como resultados, apresentamos três analisadores para pensar a prisão: os híbridos prisão-abrigo, prisão-albergue e prisão-masmorra. Tais analisadores revelam que a prisão na contemporaneidade adquire um caráter de equipamento híbrido, ao articular as funções de punição, detenção provisória e gestão da miséria, colocando em xeque qualquer intenção reabilitadora.

  19. CARTOGRAFIA DA UTILIZAÇÃO DA MÍDIA NO ESPAÇO VIRTUAL EM NOVO HAMBURGO: PROPOSTA DE REFERENCIAL TEÓRICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Portella Montardo

    2016-11-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar o referencial teórico a ser adotado para o desenvolvimento da pesquisa “Cartografia da utilização da mídia no espaço virtual a partir de um estudo das agências de publicidade e propaganda e veículos de comunicação em Novo Hamburgo”, projeto filiado ao Instituto de Ciências Sociais Aplicadas do Centro Universitário Feevale, através do Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura. Nesse sentido, serão discutidos os conceitos relacionados com a contemporaneidade e a inserção das novas tecnologias de comunicação, interatividade e publicidade on-line segundo Pierre Lévy, Michel Maffesoli, André Lemos, Marco Silva, José Benedito Pinho, Richard Adler e Charles Firestone, Daniel Galindo e Natacha Canesso. Palavras-chave: Pós-modernidade; novas tecnologias; interatividade; internet; publicidade on-line.

  20. O estatuto da medicalização e as interpretações de Ivan Illich e Michel Foucault como ferramentas conceituais para o estudo da desmedicalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Gaudenzi

    Full Text Available Analisa-se o termo medicalização nos estudos de Illich e Foucault, com vistas a oferecer ferramentas conceituais para o estudo dos movimentos contestatórios à medicalização. Illich aborda a hipertrofia da medicalização na modernidade, ressaltando o efeito de redução da autonomia dos sujeitos, sobretudo pelo fato de as instituições médicas assumirem a responsabilidade de cuidar da dor, transformando seu significado íntimo e pessoal em um problema técnico. Foucault aborda a medicalização a partir da noção de biopoder, e, quando trabalha a noção de governamentalidade, abre espaço para a análise das formas de resistência dos indivíduos ao exercício do poder. Ambos os trabalhos, que têm como preocupação propor formas de exercício da liberdade - apesar de Foucault o fazer de forma mais detalhada e diversificada - parecem apropriados para se pensar o processo atual de desmedicalização ou recusa do diagnóstico médico por parte de seus portadores ou familiares.

  1. O estatuto da medicalização e as interpretações de Ivan Illich e Michel Foucault como ferramentas conceituais para o estudo da desmedicalização

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Gaudenzi

    2012-03-01

    Full Text Available Analisa-se o termo medicalização nos estudos de Illich e Foucault, com vistas a oferecer ferramentas conceituais para o estudo dos movimentos contestatórios à medicalização. Illich aborda a hipertrofia da medicalização na modernidade, ressaltando o efeito de redução da autonomia dos sujeitos, sobretudo pelo fato de as instituições médicas assumirem a responsabilidade de cuidar da dor, transformando seu significado íntimo e pessoal em um problema técnico. Foucault aborda a medicalização a partir da noção de biopoder, e, quando trabalha a noção de governamentalidade, abre espaço para a análise das formas de resistência dos indivíduos ao exercício do poder. Ambos os trabalhos, que têm como preocupação propor formas de exercício da liberdade - apesar de Foucault o fazer de forma mais detalhada e diversificada - parecem apropriados para se pensar o processo atual de desmedicalização ou recusa do diagnóstico médico por parte de seus portadores ou familiares.

  2. Brincadeira do reisado na comunidade Cipó, Pedro II PI: mediação cultural, tradição e modernidade

    OpenAIRE

    Sousa, Luciano de Melo

    2013-01-01

    Esta pesquisa estuda a tradição do reisado da comunidade Cipó de Baixo, do município piauiense de Pedro II. A leitura feita procura ressaltar a processualidade da brincadeira que navega entre a permanência e a transformação. O estudo parte de uma contextualização social da comunidade que dialoga com a história de vida do dono do reisado, Raimundo Milú: figura forte que, juntamente com suas redes familiares, de compadrio e amizade, luta pela resistência da brincadeira. A descriç...

  3. A Primavera do Islã e a Ilusão Pretensiosa da Universalização da modernidade 10.5102/uri.v9i2.1476

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Porfírio de Castro Vieira

    2011-11-01

    Full Text Available The approach to the Muslim riots in North Africa and the Middle East lacks commitment by Western analysts. The theoretical frameworks used to study these movements are the standard eurocentric-modern freedom and democracy. The consequences of such short-sighted analysis range from pessimistic or optimistic conclusions naive ideological. Fit criteria for the recognition and translation to identify political and legal values, and linked to participatory citizenship, characteristic of the Islamic tradition.

  4. Fios da Razão: Tradição e Pluralidade na Umbanda em Pontal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Barros Brant Carvalho

    2017-08-01

    Full Text Available Neste artigo busca-se compreender a pluralidade da umbanda, uma tradição afro-brasileira, através de um estudo sobre a biografia de uma dirigente e a transmissão de seus saberes. Para tanto, interagiu-se com a comunidade pesquisada em posição de consulente nas cerimônias religiosas de um terreiro da cidade de Pontal, interior de São Paulo. Além disso, foram feitas entrevistas, registros em caderno de campo, fotográficos, de vídeo e de áudio. Encontrou-se que a heterogeneidade e o pluralismo da umbanda, quando examinados numa perspectiva etnopsicológica, evidenciam a insuficiência de algumas categorias acadêmicas que têm sido utilizadas para os compreender: nomeadamente o sincretismo, hibridismo, convergência, conversão e trânsito religioso. A múltipla pertença religiosa, vista como traço da modernidade em oposição ao tradicional, na umbanda parece ser uma condição da sua tradicionalidade, uma vez que a vida social e comunitária é mais determinante que princípios doutrinários em si mesmos.

  5. Ideais de transcendência em poéticas de aniquilação: aspectos do sublime e da ironia em Camilo Pessanha e Pedro Kilkerry = Ideals of transcendence in poetics of annihilation: aspects of the sublime and the irony in Camilo Pessanha and Pedro Kilkerry

    OpenAIRE

    Santos, Fabiano Rodrigo da Silva

    2014-01-01

    As presentes considerações visam a investigar os pontos em comum entre a obras do poeta português Camilo Pessanha e do brasileiro Pedro Kilkerry, sob o prisma do sublime e da ironia, categorias ligadas ao idealismo romântico que, articuladas de maneira semelhante pelas poéticas de ambos, denotam a construção de projetos estéticos, por um lado, sintonizados com a modernidade e, por outro, sensíveis à tradição romântica. Sublime e ironia articulam-se em Camilo Pessanha e Pedro Kilkerry como rec...

  6. O diálogo da tradição e da renovação sobre a montagem de Tristão e Isolda de Richard Wagner por Peter Konwitschny

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Sobreira Martins

    2006-12-01

    Full Text Available A presente comunicação busca fazer uma leitura da montagem de Peter Konwitschny do drama musical Tristan und Isolde, do compositor alemão Richard Wagner encenada no Teatro Nacional de Munique durante o Festival de Ópera de Munique de 1998, considerando-o como uma revisão pós-moderna que busca romper com a tradição de encenações wagnerianas, trazendo o conteúdo do drama de Wagner para nosso contexto atual; essa leitura será feita à luz das propostas de Christopher Innes e Artaud sobre a representação teatral e as leituras de Homi Bhabha e Michel Foucault sobre a pós-modernidade.

  7. Da Revolução: Arendt, uma moderna?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daiane Eccel

    2013-12-01

    Full Text Available Em Da Revolução, Arendt aponta para o vigor da política que renasce por meio das iniciativas revolucionárias. Por outro lado, é preciso atentar para o fato de que várias outras características presentes em Da Revolução apontam para aspectos críticos e negativos da modernidade que estão presentes dentro do âmago das próprias revoluções. O objetivo deste texto consiste em analisar os elementos modernos presentes nas revoluções que são admirados por Arendt, bem como os retornos que ela faz à antiguidade, de modo que seja possível contrapô-los e mostrar que, apesar de a autora louvar os feitos modernos das revoluções, o faz tendo Atenas e Roma como referências, já que a forma de participação dos conselhos provenientes das revoluções lembra, em grande escala, a polis grega, e a liberdade pública exaltada pelas revoluções (neste caso, a americana corresponde à liberdade dos antigos, da mesma maneira como o ato de fundação da república americana lembra com grande vigor a fundação da "cidade eterna". O objetivo, longe de enquadrar Arendt em alguma das categorias que seus comentadores já fizeram, está em perceber a relevância de não negar a importância que os antigos legaram para as considerações "modernas" de Arendt, assim como voltar os olhares para essa autora como alguém que realmente pensou seu tempo tendo os antigos como alguns parâmetros, mas não considerando isso de forma inteiramente negativa. Em outras palavras, trata-se de tentar assumir esse caráter presente na obra de Arendt, sem que ele seja tomado como um defeito.

  8. Filosofia da práxis, em Antonio Gramsci

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Michelis

    2017-08-01

    Full Text Available Em plena crise da política, em suas várias formas desenvolvidas a partir da Modernidade, este artigo tem por objetivo  mostrar que as análises de A. Gramsci não estão superadas em sua essência, antes, porém, apontam para aquilo que, na realidade, ainda precisa ser concretizado. Essas análises permanecem sempre verdadeiras se nós as associamos à ideia da necessidade de solidariedade e de partilha ao ser humano, na condição de animal político, somado a tudo aquilo que os torna diferentes. Os intelectuais orgânicos, supondo-se que possam dar uma contribuição à cultura e à sociedade, são responsáveis por criticar e desconstruir as concepções de mundo que já não são atuais, mas apenas se prestam à conservação do status quo  excludente. Teoricamente, eles têm o papel de antecipar e alavancar ações próprias e coletivas para um processo histórico real que conduza dialeticamente a uma situação de justiça formal e substancial. O próprio Gramsci foi, exemplarmente, um desses intelectuais que pagou um custo com a própria vida, a fim de manter a unidade entre teoria e prática.

  9. Aportaciones de la mitología nórdica para comprender la modernidad: revisión de Max Weber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliano Emanuel Korstanje

    2012-06-01

    Full Text Available La antropología nos ha enseñado que se pueden alcanzar interesantes conclusiones cuando se llevan a cabo estudios en forma interdisciplinar y cuando se observa las diferencias de los “otros” desde una posición “de nativo”. Además, la diferencia de estos otros puede ser contrastada con las “nuestras” y de esa forma conocer las contradicciones y estructuraciones de la cultura en forma introspectiva. En concordancia con ello y luego del desarrollo expuesto, consideramos oportuno señalar que Max Weber ha omitido, en parte por razones que desconocemos el rol de la mitología germánica antigua en la configuración del Ethos Protestante. Misteriosamente o mejor dicho por la propia influencia familiar, el profesor de Friburgo giró su cabeza hacia el mundo de la piedad, la humildad y la predestinación insertas en la reforma. Si bien nuestro sociólogo no equivocó la identificación de los elementos que han conformado al capitalismo, evitó claramente formular mayores consideraciones sobre el papel de la mitología germánica de la antigüedad clásica en el pensamiento indo-europeo. En ese contexto, nuestro artículo pretende ser una contribución que sea desarrollada en futuros abordajes por otros autores.Palabras Claves: Weber; Capitalismo; Secularización; Modernidad; Mitología Germánica._________________________AbstractAnthropology has taught us that interesting conclusions can be reached when carrying out interdisciplinary studies. Also, when looking at the differences in the "other" from a position "native". Furthermore, unlike these others may be contrasted with "our". In this connection, it should be noted that Max Weber has omitted the role of the ancient germanic mythology in shaping the protestant ethos. By family influence, Professor of Freiburg turned his head toward the world of piety, and predestination own reform. Although no mistake in identifying the elements that have made capitalism, avoided making further

  10. RESEÑA DE: García Fernández, Ernesto y Bonachía Hernando, Juan Antonio (eds., Hacienda, mercado y poder al Norte de la Corona de Castilla en el tránsito del Medievo a la Modernidad.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana María Rivera Medina

    2016-06-01

    Full Text Available RESEÑA DE:: García Fernández, Ernesto y Bonachía Hernando, Juan Antonio (eds., Hacienda, mercado y poder al Norte de la Corona de Castilla en el tránsito del Medievo a la Modernidad. Valladolid, Castilla Ediciones, 2015, 527 págs. isbn: 978-84-96186-97-2.

  11. A construção da diferença sexual na medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rohden Fabíola

    2003-01-01

    Full Text Available O artigo discute o trabalho de alguns autores fundamentais no debate atual acerca da construção da noção de diferença sexual na modernidade, tomando como foco de análise e de ilustração as teses apresentadas à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro durante o século XIX. O objetivo é problematizar o argumento de que a diferença entre os sexos passa a ser considerada como natural e imutável pela ciência. Essa ênfase na naturalidade estaria relacionada com as transformações ocorridas a partir do fim do século XVIII (crescente industrialização e urbanização, entrada mais efetiva das mulheres no mercado de trabalho, surgimento de movimentos de reivindicação de direitos que requeriam mudanças nas relações de gênero estabelecidas. Contudo, nota-se que é exatamente por meio das tentativas de provar que a diferença era natural que se pode perceber o quanto ela era instável e ameaçadora. Intervenções como a educação e o trabalho da mulher poderiam alterar e mesmo "perverter" a diferença. Ser natural, portanto, não significava ser definitivo ou estar garantido.

  12. A construção da diferença sexual na medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Rohden

    Full Text Available O artigo discute o trabalho de alguns autores fundamentais no debate atual acerca da construção da noção de diferença sexual na modernidade, tomando como foco de análise e de ilustração as teses apresentadas à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro durante o século XIX. O objetivo é problematizar o argumento de que a diferença entre os sexos passa a ser considerada como natural e imutável pela ciência. Essa ênfase na naturalidade estaria relacionada com as transformações ocorridas a partir do fim do século XVIII (crescente industrialização e urbanização, entrada mais efetiva das mulheres no mercado de trabalho, surgimento de movimentos de reivindicação de direitos que requeriam mudanças nas relações de gênero estabelecidas. Contudo, nota-se que é exatamente por meio das tentativas de provar que a diferença era natural que se pode perceber o quanto ela era instável e ameaçadora. Intervenções como a educação e o trabalho da mulher poderiam alterar e mesmo "perverter" a diferença. Ser natural, portanto, não significava ser definitivo ou estar garantido.

  13. Para além da autoconsciência moderna: a historiografia de Hans Ulrich Gumbrecht Beyond modern self-consciousness: the historiography of Hans Ulrich Gumbrecht

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdei Lopes de Araujo

    2006-12-01

    Full Text Available Neste artigo, apresento uma análise dos aspectos historiográficos da obra de Hans Ulrich Gumbrecht. Acompanhado o desenvolvimento de sua teoria da modernidade e das conseqüências dessa teoria para a escrita da história e para a auto-consciência disciplinar. Por fim, proponho uma releitura da história da historiografia através dos dois tipos de culturas propostas por Gumbrecht, ou seja, culturas de sentido e culturas de presença. Argumento que mesmo que a historiografia moderna possa ser caracterizada como predominantemente ancorada na produção de sentido, aspectos centrais de sua história só podem ser explicados através de elementos típicos da produção de presença.This paper analyses some historiographical aspects of Hans Ulrich Gumbrecht's work, particularly his theory of modernity and its consequences to the writing of history and its disciplinary self-conscious. Finally, it is proposed a reinterpretation of the history of historiography based on the distinction between cultures of presence and cultures of meaning. It is argued that despite the fact that the elements of meaning are predominant in the constitution of modern historiography, the forces acting in its constitution cannot be explained without typical elements of a culture of presence.

  14. Imprensa, escola e a forma da leitura em Portugal no século 19

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlota Boto

    2012-06-01

    Full Text Available  Este trabalho procura abordar a situação da educação e particularmente da escola primária em Portugal na primeira metade do século 19, à luz do olhar que a imprensa tinha da mesma escolarização. Parte-se da interpretação do discurso educacional que à época seria assumido particularmente por um setor específico da imprensa, constituído por revistas e periódicos que tinham intenção de esclarecimento e instrução das populações. Tais revistas propunham, portanto, o investimento social na escola primária como uma maneira de reconstituir uma dada vocação perdida da nacionalidade portuguesa. De alguma maneira, tratava-se de inserir Portugal na desejada modernidade, mediante a criação do rito escolar, ou daquilo que já se caracterizou por forma escolar de socialização.  Abstract This paper looks for approaching the education situation and, in particular, of the primary school in Portugal during the first half of the 19th century, coming to light the way of thinking that the press had about the same act of schooling. Starting from the interpretation of the educational discourse that, in that epoch, would be assumed, in particular, by a specific sector of the press, constituted by magazines and periodicals wich had the intention of clearness and instruction of the populations. Such magazines were proposing, consequently, the social investiment in the primary school as a manner to rebuild the inborn lost vocation of the portuguese nationality. In any way, the objective was to introduce Portugal in the desired modernity, by means of the schooling rite, or of what that had already be characterized through socialization schoolinhg forme. 

  15. A SOCIEDADE DIGITAL DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimar de Mendonça

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste artigo é demonstrar como as Tecnologias Digitais de Comunicação e Informação – TDIC, a partir do advento da Rede Mundial de Computadores (Internet, influencia a sociedade contemporânea e seus atores e discutir como esse recrudescimento tecnológico culminou na transposição da modernidade, modificando o conceito de público e privado a ponto diluir a identidade de ambos. O artigo propõe contextualizar historicamente o advento e a trajetória da Internet, evidenciando o novo conceito de comunicação que se estabelece por intermédio dos recursos oferecidos por ela, como também mostrar como as inovações tecnológicas modificam a realidade social e afetam diretamente as relações pessoais.Palavras chave:  Tecnologia, História, Pós-modernidade.Abstract: The purpose of this article is to demonstrate how the Digital Communications and Information Technology - TDIC , from the advent of the World Wide Web (Internet , influence contemporary society and its actors and discuss how this technological upsurge culminated in the transposition of modernity, modifying the concept of public and private as to dilute the identity of both. The article proposes historically contextualize the advent and the trajectory of the Internet , showing the new concept of communication established through the resources offered by it , but also show how technological innovations change the social reality and directly affect personal relationships.Keywords: Tecnology, History,  Postmodernism.Recebido em: 24/07/2015  – Aceito em 03/11/2015

  16. O PAPEL DA ALIENAÇÃO DO TRABALHO MARXIANA NA CONSTRUÇÃO DO CARÁTER SOCIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tainã Alcantara de Carvalho

    2014-02-01

    Full Text Available O presente artigo pretende realizar uma discussão acerca do modo de exploração do trabalho humano pelo capital enquanto fonte formadora do caráter individual e, com isto, social. Baseado no pensamento filosófico e econômico marxista, que inicia a crítica ao modo de produção capitalista calcada principalmente nas questões humanas, será demonstrado um rápido panorama da evolução dos modelos de produção a partir da Revolução Industrial até o moderno modelo de acumulação flexível, salientando nesta análise considerações a respeito da relação do ser humano com o trabalho, que permeia tanto as análises sociológicas quanto psicológicas. Partindo da ideia construída por Marx acerca da centralidade da atividade laboral ao ser humano, presente em sua teoria do materialismo histórico, o autor relata em suas obras as consequências que a alienação do trabalho, ao modo de sua época, geram à formação do indivíduo e à percepção deste sobre o mundo ao seu redor. Com base nesta ideia, pretende-se demonstrar neste artigo a continuação do papel da alienação do trabalho à constituição do ser humano no século XX, principalmente no que tange às considerações acerca dos novos valores e comportamentos adotados na modernidade.

  17. Desafios estratégicos da Igreja Católica Strategic challenges to the Catholic Church

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dermi Azevedo

    2003-01-01

    Full Text Available O artigo examina a agenda de longo prazo da Igreja Católica, à luz do Concílio do Vaticano II (1962-1965, evento histórico que procurou adequar a instituição aos desafios da modernidade. Apesar dos avanços conciliares, o autor entende que nos últimos quarenta anos houve um aprofundamento do descompasso entre a missão "externa" da Igreja, que tem, pelo menos parcialmente, reconhecido os valores modernos, e o déficit democrático de suas estruturas e práticas internas. O artigo também faz um avaliação dos 25 anos do pontificado de João Paulo II e dá um quadro da sucessão que se aproxima.The article examines the Catholic Church’s long term agenda, in the light of the II Vatican Concilium (1962-1965, historical event which tried to fit the institution for the challenges of modernity. In spite of the Conclave’s advances, the author thinks that, in the last forty years, a growing contradiction has taken place between the "external" mission of the Church - which has, at least partially, recognized the modern values -, and the democratic deficit of its internal structures and practices. The article also evaluates the 25 years of John Paul II’s pontificate and the prospects of his upcoming succession.

  18. Alimentação e sociabilidade: apontamentos a partir e além da perspectiva simmeliana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Kraieski de Assunção

    2009-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2178-4582.2009v43n2p523 Apresento neste artigo reflexões sobre dados de meu trabalho etnográfico sobre práticas e saberes alimentares de famílias de camadas médias e populares da comunidade do Morro da Caixa, no município de Tubarão, localizado no sul de Santa Catarina. Trata-se de notas a partir e além da teoria de Georg Simmel (1858-1918 – procurando possíveis relações entre dados de campo e a perspectiva do autor, ora buscando suas análises como inspirações, ora trazendo outros autores que aprofundam as observações de meu trabalho. Aqui exploro questões relativas à alimentação e sociabilidade, conceitochave na perspectiva simmeliana. Proponho que a sociabilidade da alimentação não está restrita à comensalidade – como apontado por Simmel – pois também pode ser verificada na troca de saberes culinários, como na circulação de cadernos de receita, e no preparo das refeições. Reflito ainda sobre individualidade, modernidade e segredo – questões importantes na obra simmeliana e presentes nos discursos de minhas interlocutoras.

  19. Dos visiones del espacio marino como modernidad. Entre la poesía de Rubén Darío y la pintura de Joaquín Sorolla

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Acereda, Alberto

    2003-06-01

    Full Text Available The representation of the marine space in Hispanic fin-de-siècle allows us to establish some comments to carry out a new reading of the difficult concept of modernity. The present article studies two visions of the marine space as modernity. On the one hand, the paintings by the Spaniard Joaquin Sorolla present the marine space as a locus amoenus, and as a place for enjoyment where art becomes an economic object. On the other hand, the Nicaraguan poet Rubén Darío intented to create an art opposed to materialism, and he gave us a vision of the ocean linked to a metaphysical meditation of existential tones. Darío was familiar with Joaquin Sorolla's paintings and he even wrote short essays on them. This particular aspect allows us to prove in a clearer way the differences in their visions about modernity and art.La representación del espacio marino en el fin de siglo hispánico permite establecer algunas consideraciones que favorecen una nueva lectura sobre el difícil concepto de modernidad. El presente artículo estudia dos visiones del espacio marino como modernidad. Por un lado, la pintura del español Joaquín Sorolla percibe el espacio marino como locus amoenus y marco de diversión por el que el arte se convierte en un objeto económico. Por otro lado, el poeta nicaragüense Ruben Darío aspiró a un arte opuesto al materialismo y planteó una visión del mar ligada a una reflexión metafísica de signo existencial. Darío conoció la pintura de Joaquín Sorolla y hasta en algún caso realizó breves comentarios de ella. Esta particularidad nos permite probar de manera más clara las diferencias en sus visiones sobre la modernidad y el arte.

  20. La relevancia del contexto en el análisis organizacional: Tradición y modernidad en una empresa familiar en Chiapas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Victoria Rendón Cobián

    2014-01-01

    Full Text Available El objetivo central de este trabajo es el de mostrar la utilidad, y complejidad, del concepto de contexto en el estudio de caso. Para ello realizamos una reflexión teórica amplia que nos permita un primer acercamiento a una empresa familiar ubicada en el Estado de Chiapas; ésta es estudiada utilizando la metodología cualitativa, principalmente entrevistas a profundidad y observación de campo. La principal conclusión reside en la capacidad que posee el contexto para proporcionar sentido a la acción de los actores sin constituir éste un dispositivo determinista que impida la autonomía del actor y la expresión de las particularidades propias de toda trayectoria individual. El contexto constituye un elemento esencial para entender la acción social. En el ámbito del estudio de las organizaciones éste incorpora tanto elementos de sentido –historia y cultura-, como de racionalidad –decisiones- y subjetivos –emociones- que inciden en la manera de interpretar experiencias personales y elaborar expectativas de vida futuras. El contexto incorpora aspectos del entorno, en tanto referencias más inmediatas y perceptibles del individuo, pero no debe confundirse con él. El contexto constituye un poderoso instrumento para encuadrar la acción organizacional sin reducirla a un simple reflejo, trastocando, empero, su capacidad de acción estratégica. Implica, por su complejidad, un abordaje de tipo multidisciplinario., por lo que introduciremos en un primer momento una discusión sobre el concepto de contexto, incluido el entorno. En el segundo apartado retomaremos algunos rasgos sobresalientes de la sociedad tradicional y sus necesarios entrecruces con la modernidad. Consideramos que tanto cada uno de ellos, como su necesaria interacción, proporcionan un marco contextual general en el cual encuadrar el análisis de la dinámica de la organización. A continuación haremos una reflexión sobre la relevancia del contexto para el estudio de

  1. Historia de la virtud que buscamos: del aristotelismo a la modernidad = History of the virtue we seek: from aristotelism to modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giannina Burlando

    2012-01-01

    Full Text Available En la discusión actual sobre la ciudanía en democracia es central admitir una crisis en la educación (NUSSBAUM, 2010; BERKOWITZ, 2001. Resulta inevitable, así, desde una perspectiva de la historia de la filosofía, citar lo enseñado por máximos teóricos políticos, si queremos comprender por qué la imagen educativa antigua resulta problemática y no del todo satisfactoria para los estados democráticos de hoy. Sin duda la educación ha sido responsable de la formación del carácter y de la opinión de las personas. Pero al observar la historia de la institución, parece claro que se propone no solo formar los hábitos de las personas, sino acotar sus conocimientos de tal modo que prevalezcan un conjunto de opiniones por sobre otras (RUSSELL, 1961. Nuestro propósito es develar los supuestos teóricos de las doctrinas políticas de dos figuras representativas de la antigüedad y modernidad: Aristóteles y Locke, respectivamente. Nuestro alcance ulterior será abrir la reflexión acerca de si la imagen antigua de la virtud, o su antagonismo o posible uso en el liberalismo tiene algún poder representacional para reflejar las condiciones actuales de equidad y justicia buscadas en la vida ciudadana en democracias estables de Latino América.Within the actual debate on citizenship within democracy, admitting a crisis in educational matters is highly relevant (NUSSBAUM, 2010; BERKOWITZ, 2001. Thus, if we want to understand why the ancient educational image is problematic and unsatisfying to the citizens of democratic governments, it is unavoidable, from the history of philosophy point of view, to quote the teaching of preeminent political theorists. Needless to say, the power of education in forming people’s character and opinions is widely recognized. Nonetheless, by looking at the history of the institution, it seems obvious that its purpose is not only to form habits but to circumscribe the knowledge of the persons in such a way as to

  2. La rehabilitación de un ícono de la modernidad la Iglesia Mater Misericordiae = The rehabilitation of an icon of modernity the Church Mater Misericordiae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Belén Gómez

    2017-12-01

    Full Text Available La iglesia Mater Misericordiae es un edificio sacro levantado en Baranzate (Milán a finales de la década de los años 50.Supone la culminación de una serie de experiencias que pretendían la renovación de la liturgia y, con ello, la renovación de laarquitectura. Su construcción, enmarcada dentro de un plan más amplio acometido por el Arzobispado de Milán, supuso un gran avance en varios campos relacionados, principalmente, con la modernidad de la arquitectura sacra, la construcción y las nuevas tecnologías. Incorpora el uso no solamente del hormigón, material poco utilizado hasta ese momento en construcciones sacras, sino que, además, introduce un sistema de prefabricación y postesado “In situ” para la ejecución de la estructura que muestra el interés de los técnicos de la época por hallar nuevos medios de sistematización de la construcción. El sistema constructivo de cerramiento utilizado permite delimitar el espacio litúrgico mediante una piel translúcida que rodea el espacio, permitiendo la entrada de luz natural durante el día y la iluminación del entorno durante la noche. La presente investigación trata sobre las diferentes soluciones que se han empleado en la resolución de las fachadas de cerramiento, haciendo especial hincapié en la solución utilizada en la última rehabilitación a la que ha sido sometida. En este caso se han tratado de incorporar las tecnologías modernas más avanzadas para la resolución de los problemas que esta presentaba pero respetando al máximo la idea del proyecto original. Abstract The church Mater Misericordiae is a sacred building raised in Baranzate (Milan at the end of the decade of the 50s. It supposes the culmination of a series of experiences that were claiming the renovation of the liturgy and, with it, the renovation of the architecture. His construction, framed within a broader plan undertaken by the Archbishopric of Milan, supposed a great advance in several fields

  3. Una modernidad musical transnacional. Los límites de la categoría "escuela nacional" para el caso de la música rusa del siglo XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Martín Baña

    2016-08-01

    Full Text Available El presente trabajo intenta debatir y superar la categoría "escuela nacional", ampliamente utilizada por la historiografía para hacer referencia a las experiencias culturales de la modernidad en regiones consideradas periféricas, a partir del grupo de compositores rusos del siglo XIX conocidos como moguchaya kuchka. La investigación resalta la incompatibilidad de tal denominación con la experiencia analizada y, al mismo tiempo, expone los fundamentos para una superación del concepto, que puede ser útil tanto para Rusia como para otras experiencias históricas, a partir de los aportes que ofrece la perspectiva de la Historia transnacional.

  4. Weber e o desencantamento do mundo: uma interlocução com o pensamento de Nietzsche

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renarde Freire Nobre

    2006-01-01

    Full Text Available Dans cet article, on oppose la pensée de Max Weber à celle de Friedrich Nietzsche à propos de l'Occident moderne, en prenant comme point de départ les notions de "mort de Dieu" et de "désenchantement du monde". On y examine leurs affinités et différences, surtout sous l'angle du diagnostic de Weber sur la "culture de la technique" et ses effets inéluctables sur la subjectivité. L'hypothèse centrale, c'est que, malgré les points de contact qu'on peut et qu'on doit établir entre ces deux penseurs, il reste un fossé infranchissable, dû surtout à la reconnaissance des pouvoirs de la raison et à la vue du monde culturel construites sous la direction des orientations conscientes.

  5. Modernidad, positivismo y tecnología: Influencia en la enfermería y en pacientes que necesitan equipamiento tecnológico Modernity, positivism and technology: The influence of nursing in patients who need technology equipment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingo Palacios-Ceña

    2008-09-01

    Full Text Available La modernidad ha sido una etapa histórica que junto al positivismo ha establecido una visión del mundo caracterizada por un papel protagonista de la razón a todos los niveles de la persona, la ciencia como fuente de respuestas a todas las preguntas del ser humano y la presencia de la técnica y de la tecnología como herramienta de ayuda destinada a mejorar las condiciones de las personas. Esta visión sigue influyendo en múltiples aspectos de la asistencia y del cuidado. Con este trabajo se pretende describir la modernidad, la corriente positivista, su influencia en la ciencia y en la investigación, como afecta la aplicación de su principal herramienta, la técnica y la tecnología, en la enfermería y en las personas enfermas que precisan de equipamiento tecnológico complejo para su proceso de enfermedad.Modernity was a historic stage which, together with the positivism, established a world vision characterized by a protagonist role of the reasoning at all human levels, the science as source of questions related to the human person and the presence of the technique and technology as helping tools aimed to increasing the health quality of the humans. This vision still is influencing in several aspects of the assistance and care. In the present manuscript our aim was to describe the modernity, the positivism tendency, their influence on science and research, and how they affect on the application of their principal tool, the technique and technology, in nurse and in those patients who need of these complex equipments during their illness.

  6. Corpo e vida: a crítica de Hannah Arendt à modernidade científica Body and life: Hannah Arendt's critique of scientific modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wolfgang Heuer

    2010-01-01

    Full Text Available O presente artigo analisa as categorias de corpo e vida no pensamento de Hannah Arendt no contexto da crítica que a autora faz ao cientificismo moderno. Partindo da apresentação de alguns aspectos centrais da crítica arendtiana, passa-se a discutir em que medida essa crítica pode ser útil na discussão contemporânea acerca do biologismo e do mundo biotecnológico. Finalmente, tenta-se mostrar a radicalidade do pensamento da autora sobre o corpo e vida na sua relação com o conceito de corpo e vida da medicina tradicional chinesa.This paper analyzes the categories of body and life in Hannah Arendt's thought in the context of criticism that the author makes of modern scientific approach. From the presentation of some core aspects of Arendt's criticism, it discusses to what extent this criticism can be useful in contemporary discussion of biological and biotechnological world. Finally, it tries to show the radical thinking of the author about life in the body and its relationship to the concept of body and life of traditional Chinese medicine.

  7. ¿El "salto" de la modernidad?: notas sobre literatura, mercado y modernización en el siglo XIX O salto da modernidade?: notas sobre literatura, mercado e modernização no século XIX The "leap" of modernity?: notes on literature, market and modernization in the 19th century

    OpenAIRE

    Hernán Pas

    2012-01-01

    El presente texto propone una relectura de algunos aspectos centrales vinculados a la periodización cultural y literaria del siglo XIX - entre ellos, la cuestión del mercado, la tensión entre prensa y literatura, las demandas del nuevo público lector, los formatos y circuitos de circulación de los textos, los procesos de expansión de la lectura, la ideologización de las capacidades lingüísticas, la incidencia o experiencia de las políticas de alfabetización en la constitución de una cultura l...

  8. Durkheim, Mauss e a atualidade da escola sociológica francesa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Henrique Martins

    2013-12-01

    Full Text Available A escola sociológica francesa tem importância amplamente reconhecida para o desenvolvimento da sociologia acadêmica e contemporânea, o que se deve às contribuições de E. Durkheim e M. Mauss em primeiro lugar, mas igualmente a autores como C. Lévi-Strauss, G. Gurvitch, P. Bourdieu, A. Caillé entre outros. Porém, há um dado curioso: apesar de sua fama, desconhecem-se as características próprias da escola sociológica francesa no universo da teoria sociológica contemporânea. Por desconhecerem suas características alguns autores buscam enquadrar a sociologia francesa dentro do paradigma dualista agência x estrutura, de origem anglo-saxônico. Ora, tal identificação é um erro epistemológico e impede entender que a sociologia francesa parte de outro paradigma: a lógica "efervescente" durkheimiana de diferenciação social que se desenvolve pela sistematização das noções de representação, simbolismo e totalidade social. Uma chave importante para o desvendamento da escola francesa, sobretudo de sua atualização teórica no contexto de individualização social que presenciamos na experiência das modernidades, é a sistematização por Mauss dos estudos sobre o dom, da regra tripartite do dar, receber e retribuir.

  9. A parte do diabo: provocação da sociologia maldita de Michel Maffesoli para os estudos de religião

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adilson Schultz

    2011-12-01

    Full Text Available A sociologia desenvolvida no campo de estudos da pós-modernidade ergue-se com grandes provocações ao campo de estudos de religião, esse classicamente determinado pelo trio moderno Marx, Durkheim e Weber. O pensador Michel Maffesoli, sociólogo francês estudioso do imaginário e do cotidiano, mostra como o espírito pós-moderno de diluição, desconstrução e quebra de paradigmas pervade todas as dimensões da vida contemporânea, inclusive formatando o jeito de crer e a forma de entender o religioso. A partir daí, os estudos do religioso – especialmente Teologia, Ciências da Religião e Ensino Religioso – reelaboram seus conceitos modernos, reestruturando seu campo a partir de novas categorias de análise da sociedade propostas por Maffesoli: Sociedade Neotribal, Associação pelo Desejo-de-estar-juntos, Processos de indentificação, Homeopatia do mal, Efeito de composição, entre outros.

  10. Teorias pós-críticas da juventude: juvenilização, tribalismo e socialização ativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Antonio Groppo, Brasil.

    2015-07-01

    Full Text Available (analítico: Por meio de uma revisão analítica da bibliografa fundamental sobre sociologia da juventude, objetivou-se compreender as concepções sociológicas de juventude na contemporaneidade. Elas podem ser descritas como teorias pós-críticas da juventude, destacando-se duas tendências. Primeiro, aquela influenciada pelas correntes pós-modernistas e pós-estruturalistas, que geraram noções como “tribos juvenis” e “juventude-signo”. Segundo, aquela influenciada pelas teorias da segunda modernidade, que refletem sobre a quebra na linearidade das transições juvenis e sobre as socializações ativas. Estas teorias implodem a concepção tradicional de juventude, do estrutural-funcionalismo, tornando a sociologia da juventude uma especialidade em que é necessário paciência e habilidade para lidar com imprecisos e flexíveis referenciais, como socialização, moratória, transição e tribos

  11. Práticas sociais das perversões: modernidade do laço, organização social e dilemas morais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Lévy

    2014-09-01

    Full Text Available Propomos estudar primeiramente certos aspectos do discurso capitalista, aproximando-os dos processos perversos da clínica do sujeito para, em seguida, questionar a dimensão da moral e da construção social. Apoiaremo-nos em algumas pesquisas experimentais sobre a submissão à autoridade, bem como sobre algumas questões postas pela filosofia moral em termos de "dilemas", a fim de avaliar os efeitos de divisão subjetiva. A orientação perversa parece ser aqui um motor essencial, fazendo passar, em nome do Outro, um gozo que não diz seu nome, um gozo desmentido.

  12. Sé de Braga - “reflexões para a valorização da herança religiosa e patrimonial”

    OpenAIRE

    Rodrigues, Nuno Paulo Ferreira

    2005-01-01

    Dissertação de mestrado em Património e Turismo. O estudo analisa, com base no contexto histórico e religioso da Sé Primacial de Braga, a tipologia de gestão vigente, em termos patrimoniais, de ordenamento de espaços e ao nível do regime interno. Paralelamente, trata a problemática do turismo em espaços religiosos como uma modernidade para a qual urge uma estratégia de acção efectiva e pró-activa, embora no pleno respeito das relações do monumento com o seu contexto religioso e comunidade ...

  13. O racismo como questão epistemológica: uma interpretação do discurso religioso evolucionista da Igreja Universal do Reino de Deus

    OpenAIRE

    Petean, Antonio Carlos Lopes [UNESP

    2011-01-01

    O racismo é um fenômeno que está presente nas relações sociais e acompanhou a modernidade. Ele moldou as relações entre grupos humanos durante a expansão marítima comercial européia, acompanhou o desenvolvimento do capitalismo, da industrialização e urbanização. Pode-se dizer que o racismo e suas manifestações de xenofobismo, segregação, e discriminação foram responsáveis por inúmeros massacres, genocídios e etnocídios. Mas se estas práticas estiveram quase sempre presentes no relacionamento ...

  14. A corrupção no contexto atual da mídia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Gonçalves Rossoni

    2017-02-01

    Full Text Available O artigo teve o intuito de suscitar o debate acerca do fenômeno da corrupção na sociedade brasileira. Para tal, realizou-se uma análise de discursos veiculados em matérias do jornal Zero Hora/RS, destacando-se o que se produz a partir deles. Temos como base a Hermenêutica de Profundidade e se discorre acerca das influências ideológicas, das relações de poder e de dominação que se apresentaram. Percebeu-se a influência que a mídia exerce na produção de subjetividade contemporânea e na disseminação de algumas propostas. A pós-modernidade também traz atravessamentos que se acredita serem fundamentais para a compreensão do momento atual. Constatou-se que é necessário ter uma visão dialética acerca dos problemas, com a participação ativa de todos, relativizando opiniões e pensamentos distintos, mantendo um diálogo e troca entre os saberes. É necessário também um investimento na educação da população em geral, para que as pessoas possam pensar e questionar a realidade por si mesmas.

  15. ALFABETISMO CIENTÍFICO: NOVOS DESAFIOS NO CONTEXTO DA GLOBALIZAÇÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibele Cazelli

    Full Text Available Resumo: O presente trabalho tem como objetivo esboçar uma visão geral das questões históricas e conceituais que cercam o conceito de globalização, tal qual aparece nos trabalhos dos sociólogos Anthony Guiddens, David Held, Anthony McGrew e Nicolau Sevcenko, bem como delinear suas implicações sobre os padrões de relação da sociedade com a ciência. A partir dessas reflexões sobre modernidade, globalização e relação entre ciência e sociedade, examinamos o tema dos níveis de cultura e de alfabetismo científico demandados para a inserção na sociedade contemporânea. As análises evidenciaram que em domínios crescentes da vida social, cidadãos serão chamados a intervir em decisões sobre as quais os especialistas não têm a "resposta certa".

  16. Representações visuais na modernidade líquida: o que os manequins falam de nós?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michely Calciolari Souza

    2015-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/1984644414198O fluxo de imagens, transformações tecnológicas e o culto ao corpo e à beleza são características que marcam a contemporaneidade. Fotografias, ilustrações e imagens da mídia difundem modelos com os quais as pessoas podem se identificar. Objetivou-se analisar como os sujeitos são representados pelos manequins de lojas. Para tanto, foi desenvolvida uma contagem de manequins, em um shopping center da cidade de Maringá, Paraná. Fora constatado que os manequins representam, em sua maioria, as pessoas de cor ou raça branca. Verificou-se que o número de manequins de outras cores não corresponde ao número de brasileiros que se consideram pretos/as, pardos/as, amarelos/as ou indígenas. A partir disso, discutiu-se a importância da formação docente para os aspectos visuais da contemporaneidade.

  17. A teoria da dependência à luz da realidade atual (The dependency theory in the light of the current state of affairs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdenesio Aduci Mendes

    2010-01-01

    Full Text Available Resumo: Este trabalho visa apresentar os alcances e limites da teoria da dependência, delineada a partir de 1970, como proposta de leitura da realidade econômica do continente latino-americano. Procuraremos mostrar que a teoria da dependência está vinculada às ideias mestras da teoria do desenvolvimento da CEPAL. Nesse sentido, os alcances da teoria da dependência, se comparada com a teoria do desenvolvimento, estão vinculados à ideia de que a situação de subdesenvolvimento no continente latino-americano se relaciona com o mundo da economia e da política. Por outro lado, os limites da teoria da dependência radicam no fato de que ela não cumpriu com sua proposta inicial, pois sua leitura da realidade latinoamericana ficou restrita a aspectos econômicos. A análise parte do pressuposto de que a crise da modernidade se dá em todos os aspectos da vida ocidental, fruto da racionalidade econômica e do desenvolvimento unidimensional, o que atinge a região latino-americana diretamente. Assim, tanto a compreensão da realidade que nos circunda, assim como a sua transformação, exigem que se repense o modelo de homogeneização do padrão de produção e de consumo, vigentes na sociedade latino-americana, cuja matriz é o modelo ocidental dos países do centro.Abstract: This work aims at presenting the range and the limits of the dependence theory, fi rst outlined in 1970, as a means of analyzing the economic reality of the Latin American continent. The objective of the following article is to demonstrate that the dependence theory is closely related to the ideas behind the CEPAL’s development theory. In this sense, the range of the dependence theory, when compared to the development theory, is bound to the idea that the underdevelopment state of the Latin American continent is linked to the economic and political worlds. On the other hand, the limits of the dependence theory are based on the fact that it hasn’t accomplished its

  18. Uma abordagem da antinomia 'público x privado': descortinando relações para a saúde coletiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanni Gurgel Aciole da Silva

    2006-06-01

    Full Text Available Propõe-se descortinar a diferença entre o que reconhecemos como público e o que entendemos como privado, além dos maniqueísmos ou simplificações do senso comum. Tarefa particularmente importante para todos os que se debruçam na viabilização das políticas de saúde, e haja vista a convivência de dois sistemas de atenção à saúde em nosso país: o SUS e a Saúde Suplementar. Para compreender os significados emprestados aos termos 'público e privado', abordam-se as interfaces existentes entre ambos, a partir da recuperação histórico-crítica de elementos, articulados em duas macrodimensões da modernidade: a econômica e a política. Ao resgatar a construção da babel de significados e sentidos com que são adjetivados os dois termos, conclui-se haver mais uma relação de interpenetração entre ambos do que a tendência dicotômica e de oposição em que comumente os colocamos.

  19. SABOREAR A FÉ EM MEIO À PLURALIDADE OS CAMINHOS DA TEOLOGIA EM MEIO AO DIÁLOGO INTER-RELIGIOSO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clara Lucchetti Bingemer

    2004-01-01

    Full Text Available O presente texto procura pensar o estatuto da teologia cristã no atual contexto de modernidade, secularização e pluralismo religioso. Após fazer uma breve análise do percurso do pluralismo religioso na história do cristianismo, desde suas origens, o texto propõe a centralidade da experiência religiosa e da espiritualidade como caminho fecundo para que a teologia possa reelaborar-se a si mesma em atitude de abertura e diálogo com as outras formas de crer e as outras tradições que formam o tecido religioso do mundo contemporâneo. ABSTRACT: The present text seeks to reflect upon the statute of Christian theology in the following actual contexts: modernity, secularization, and religious pluralism. After briefly analyzing the itinerary of religious pluralism in the history of Christianity since its origins, the text proposes the centrality of the religious experience and spirituality as the fertile path by which theology may re-elaborate itself with an attitude of openness and dialogue with other forms of believing and other traditions that are woven into the religious fabric of the contemporary world.

  20. Da Cosmologia à Geografia: O Curso de Geografia Física de Imannuel Kant e a construção metafísica da superfície da Terra / Cosmology of the Geography: the course of Physical Geography and the construction of Imannuel Kant metaphysics of the Earth’s surface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Vitte

    2009-12-01

    Full Text Available O presente artigo argumenta que o curso de geografia física de Imannuel Kant é o produto de uma reflexão filosófica e cosmológica, devido a problemática em se estabelecer a regularidade da natureza, que é espacialmente diferenciada e regulada por fundamentos mecânicos e causais. A partir de problemas filosóficos relacionados às teses desenvolvidas na Crítica da Razão Pura, a partir de críticas advindas dos viajantes e naturalista sobre a sua concepção de universalidade do conceito de natureza e sobre a sua concepção de espaço; Kant é obrigado a rever sua posição filosófica, que acontecerá somente a partir de uma profunda revisão dos conceitos de metafísica, matéria, espaço e natureza. O espaço, agora, não mais ideal, passa a ser a categoria estruturante do mundo empírico, onde a geografia é qualificada como a ciência do espaço, a partir de uma reflexão metafísica sobre a natureza e Terra, erguendo assim as bases para uma filosofia da geografia na modernidade.

  1. A “INVENÇÃO DO TRABALHO”: historicidade de um conceito nas obras de André Gorz, Dominique Méda, Françoise Gollain e Serge Latouche

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nuno Miguel Cardoso Machado

    Full Text Available Após a publicação de Adeus ao Proletariado, em 1980, o entendimento do trabalho como uma atividade historicamente específica da modernidade capitalista é uma das traves-mestras do edifício teórico construído por André Gorz. O trabalho está intimamente associado ao surgimento de uma esfera econômica desvinculada da sociedade e, na qualidade de trabalho abstrato, ao fim, em si mesmo irracional, da valorização do valor. Neste artigo, pretendemos caracterizar detalhadamente a evolução do conceito de trabalho nas principais obras de Gorz e, depois, comparar a noção gorziana acerca da historicidade do trabalho com as ideias de três autores francófonos: Dominique Méda, Françoise Gollain e Serge Latouche. Procuraremos aferir as semelhanças e as divergências entre os autores mencionados. Finalmente, será salientado que as razões aventadas para o devir histórico do trabalho podem ser mais bem entendidas no contexto embrionário comum da “revolução militar”, no século XVI, que inaugurou a era moderna no mundo ocidental.

  2. A ascese da Imagem Poética no encontro Jorge de Lima e Murilo Mendes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Tiscoski

    2010-06-01

    Full Text Available A partir do encontro de Murilo Mendes, Jorge de Lima e Ismael Nery e a conseqüente criação do livro de poemas Tempo e Eternidade, de 1935, após a morte do último, em 1930, os poetas Murilo e Jorge recriam sua voz poética na Restauração da poesia em Cristo. Num crescente questionamento do lugar do poeta na caótica modernidade, bem como na crença deste lugar como de ascese espiritual e recriação da imagem no plano onírico, os poetas aqui analisados nutriram sua trajetória com um surrealismo particular. A afinidade eletiva dos três artistas e sua aproximação com as artes plásticas podem ser apreciadas na linguagem tornada imagem, bem como na imagem tornada linguagem, como é o caso das séries de fotomontagens de Jorge de Lima aqui analisadas. Num procedimento tipicamente surrealista, Jorge de Lima apresenta imagens do inconsciente permeadas de poesia, onde ecoa a filosofia essencialista e visionária do poeta e pintor Ismael Nery, tantas vezes reivindicada por Murilo Mendes. Trata-se da abstração do tempo e do espaço, temas recorrentes em Jorge e Murilo, bem como a errância do homem e os atos do Cristo, a força da matéria e do erotismo, o equilíbrio entre as leis físicas e morais, o essencial, o absoluto e a unidade.

  3. A ascese da Imagem Poética no encontro Jorge de Lima e Murilo Mendes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Tiscoski

    2010-09-01

    A partir do encontro de Murilo Mendes, Jorge de Lima e Ismael Nery e a conseqüente criação do livro de poemas Tempo e Eternidade, de 1935, após a morte do último, em 1930, os poetas Murilo e Jorge recriam sua voz poética na Restauração da poesia em Cristo. Num crescente questionamento do lugar do poeta na caótica modernidade, bem como na crença deste lugar como de ascese espiritual e recriação da imagem no plano onírico, os poetas aqui analisados nutriram sua trajetória com um surrealismo particular. A afinidade eletiva dos três artistas e sua aproximação com as artes plásticas podem ser apreciadas na linguagem tornada imagem, bem como na imagem tornada linguagem, como é o caso das séries de fotomontagens de Jorge de Lima aqui analisadas. Num procedimento tipicamente surrealista, Jorge de Lima apresenta imagens do inconsciente permeadas de poesia, onde ecoa a filosofia essencialista e visionária do poeta e pintor Ismael Nery, tantas vezes reivindicada por Murilo Mendes. Trata-se da abstração do tempo e do espaço, temas recorrentes em Jorge e Murilo, bem como a errância do homem e os atos do Cristo, a força da matéria e do erotismo, o equilíbrio entre as leis físicas e morais, o essencial, o absoluto e a unidade.

  4. RESEÑA de: Álvarez Fernández, María y Beltrán Suárez, Soledad, Vivienda, gestión y mercado inmobiliarios en Oviedo en el tránsito de la Edad Media a la modernidad. El patrimonio urbano del cabildo catedralicio.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto J. González Zalacaín

    2016-06-01

    Full Text Available Reseña de: Álvarez Fernández, María y Beltrán Suárez, Soledad, Vivienda, gestión y mercado inmobiliarios en Oviedo en el tránsito de la Edad Media a la modernidad. El patrimonio urbano del cabildo catedralicio. Bilbao. Servicio Editorial de la UPV/EHU, 2015. 220 págs. isbn: 978-84-9082-140-4.

  5. Ideias, conceitos, contextos: a contribuição de Reinhart Koselleck à escrita da História da Educação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Carlo de Carvalho Costa

    2017-12-01

    Full Text Available Neste artigo, apresenta-se a história dos conceitos, analisando-se a crítica à tradicional História das Ideias (Ideengeschichte e esboçando-se elementos centrais do pensamento de Reinhart Koselleck: a distinção entre palavra e conceito, as categorias modernidade (Sattelzeit, aceleração e experiência, bem como suas implicações teóricas e metodológicas sobre o conceito de História. Argumentamos com a possibilidade de sua contribuição para a História da Educação e para a escrita sobre os vários conceitos com os quais trabalha, como, por exemplo, ensino, escola, aprendizagem e formação etc., muitos dos quais são derivados de outras áreas ou criados/inventados em seu contexto, o que mostra que a natureza e a dinamicidade de um conceito são transversais a várias áreas de investigação.

  6. Filosofia da análise da estabilidade da liquidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antônio Chaves da Silva

    2005-07-01

    Full Text Available A informação foi considerada finalidade de nosso conhecimento, até o período em os pensadores e pesquisadores da contabilidade passaram a raciocinar sobre o conteúdo e o significado dos informes. Nesta busca da razão sobre os estados patrimoniais, surgiu a análise contábil que procura por meio de relações e identidades, o significado da dinâmica expressa da estaticamente na informação. O primeiro aspecto que surgiu no objeto de análise foi o estudo da liquidez, que é um dos principais exercícios do patrimônio. A estabilidade também é outro exercício básico e imprescindível, pois este é que promove o equilíbrio do organismo administrativo. A ciência contábil após a sua dignidade científica passou a trilhar caminhos esplendorosos, amparados em doutrina que permite alcançar os píncaros filosóficos. Os estudos concernentes aos aspectos de interação da estabilidade na liquidez são, complexos e somente com os recursos filosóficos da contabilidade se pode estudá-los com o panorama holístico e sublime. A filosofia da contabilidade não é alheia às suas práticas tecnológicas, podendo buscar pontos sublimes de panoramas abrangentes, para o estudo analítico da liquidez e estabilidade, observando todas as dimensionalidades e essencialidades de acontecimentos, na comprovação e orientação dos estados de ineficácia e eficácia patrimonial.

  7. A completude do ordenamento jurídico na lei da boa razão: a teoria de Norberto Bobbio e a experiência jurídica pombalina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arnaldo Moraes Godoy

    1999-12-01

    Full Text Available Reports the use of Norberto Bobbio’s theory towards the Portuguese Law in the eighteen century. Analyzes the environment of the Law of Good Reason (1769 with special emphasis in the Marquis of Pombal. Raizes several juridical aspects of the Enlightment. Summarizes the Law of Good Reason, showing valuable opinions. Indicates the modernity of the issue, due to the conflict of laws in our times of globalization.Constata a possibilidade da aplicação da teoria de Norberto Bobbio no Direito Português do século XVIII. Caracteriza Portugal durante o Despotismo Esclarecido, com especial ênfase no Marquês de Pombal. Levanta alguns aspectos jurídicos do iluminismo. Resume a Lei da Boa Razão (1769, principal texto legislativo da época pombalina, apresentando abalizadas opiniões. Aponta a modernidade do problema da unidade do ordenamento jurídico, nesses tempos de globalização.

  8. Pós-modernidade e risco na Bacia Hidrográfica do Alto Paranapanema: a construção social da subpolítica ambiental no município de Piraju (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Fernandes Cerveira Filho

    2012-12-01

    Full Text Available During the twentieth century the hydroelectric industry was responsible for most of the energy supply in Brazil. However, more recently it has been identified as responsible for a major expansion of environmental degradation. From various evidences filed on damages to the natural environment, some places that are recipients of these hydroelectric projects began to reflect more deeply about the inherent risks to the social and cultural development of the energy matrix. The presence of systematic problems in the environmental field has brought a real possibility of social interference, via new political arrangements, as well as sub-political, through new social institutions, whether federal, state and even municipal, and certain local legal institutions. On the one hand the recognition that such activities do not degrade the environment ensures that measures are taken; on the other hand, it contributes greatly to the development of new moral standards of social and political action. The aim of this paper is to understand and present what were the main social motivations for the city of Piraju (SP to recently develop and approve a package of highly restrictive measures to hydroelectric activities. We are also interested in exposing how was the process of social construction of a legal and regulatory framework reflective of municipal jurisdiction, and to what extent the study of this constructionist process can corroborate contemporary social theories. Through a case study, we sought to understand the trajectory of a local group ideologically tied to environmental ideals, and, as a variant of this interest, the analysis of the nature of some questions contributed to postmodern deconstruction of developmentalism in the field of hydropower.

  9. Cultura de massas e papéis femininos na construção de ícones da modernidade, na paulicéia dos anos 20

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inez Machado Borges Pinto

    1998-12-01

    Full Text Available This article analyses the discourse of consume as well as its message that the women's happiness depends on the consume of mass products that were vehicled in the twenties by the publicity, photography and the movies. The Hollywood movies in that time showed the women as glamorous objects, disputed and consumed, and the consumist way of llife as the corollary of modernity.

  10. A elaboração da face em comunidades virtuais de marca: um estudo de caso sobre uma comunidade virtual de consumidores da Coca-Cola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Grayci Kelli Alexandre de Freitas

    Full Text Available As mudanças por que passam a sociedade e as pessoas, em campos como comunicação, consumo e organização social, desde a concepção da modernidade, colocaram em xeque muitos conceitos que embasavam a compreensão a respeito das pessoas e das suas relações sociais, incluídas as de consumo. Destacamos, neste quadro, as interações sociais encenadas pelas pessoas e os caminhos que percorrem para a elaboração dos seus "eus". Partindo de uma realidade cujo uso massivo da Internet e o surgimento das comunidades virtuais são enfatizados, recortamos uma comunidade virtual da marca Coca-Cola como terreno para compreendermos que faces são elaboradas pelas pessoas quando se utilizam de signos marcários como mediadores em interações virtuais. Para tanto, adotamos as noções de "eu" e elaboração da face conforme concebidas por Goffman (2006, juntamente com a concepção de marca numa dimensão simbólica, enquanto recurso de representação social. Sob este arcabouço teórico, seguimos a perspectiva interpretativista para realizar este estudo de caso netnográfico por meio da análise de discurso funcional. Juntamente com estas orientações ontoepistemológicas e metodológicas, adotamos o método elaborado por Leão (2007 para acessarmos as interações virtuais concebidas como face a face. Catorze faces foram identificadas. Estas são descritas por meio de exemplos extraídos das observações, os quais são elucidativos do papel da marca estudada na dinâmica de negociação interacional entre os participantes, que caracteriza o processo de elaboração de faces. Contribuições para o conhecimento, bem como implicações gerenciais são consideradas.

  11. Racionalización y comunización en la esfera económica. Los matices del individualismo en la teoría de la modernidad weberiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emiliano Torterola

    2010-03-01

    Full Text Available La lectura de textos clave de la teoría de la modernidad en Weber –como La ética protestante y el espíritu del capitalismo e Historia económica general- podría llevarnos a afirmar que la racionalización de la esfera económica conduce a una constante impersonalización y formalización de las relaciones societales. Sin embargo, tal teoría presenta ciertos matices, tanto desde una perspectiva histórico-cultural como a la luz de algunas categorías sociológicas weberianas. El presente artículo, tiene por objeto complejizar las interpretaciones más usuales de la teoría sociológica de comienzos del siglo XX –incluyendo la de Weber- en torno a la formación del individualismo económico moderno como epicentro del pasaje de los cálidos lazos comunitarios a los instrumentalizados vínculos asociativos.

  12. Breve genealogia dos estudos da governamentalidade: o efeito Foucault e seus desdobramentos. Uma entrevista com Colin Gordon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Jardim

    2013-12-01

    Full Text Available A entrevista aborda o contexto intelectual no campo da filosofia e das ciências sociais no Reino Unido, durante os anos 1970, bem como apresenta um balanço do trabalho realizado por Colin Gordon na tradução e na edição de livros em língua inglesa das pesquisas sobre poder e política que Michel Foucault empreendeu de meados dos anos 1970 até sua morte prematura, em 1984. Finalmente, procura-se avaliar os desdobramentos dessa estranha noção de governamentalidade no mundo intelectual anglófono e sua atualidade. O objetivo principal da entrevista, que foi realizada por Fabiana Jardim, professora da área de Sociologia da Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo em maio de 2013, por ocasião da presença de Colin Gordon no Brasil, foi revisitar o contexto no qual o campo dos estudos sobre governamentalidade se constituiu, de modo a colocar em perspectiva o intenso alargamento desse campo a partir da publicação, em 2004, dos cursos de Michel Foucault no Collège de France nos quais a noção aparece. Isso nos pareceu oportuno não apenas devido ao alcance dos estudos sobre governamentalidade e educação no Brasil, o que pode ser atestado pelo volume da produção - artigos, dossiês e livros - , mas também tendo em conta as apropriações que foram feitas de tal noção no campo dos estudos pós-coloniais; nesse sentido, a noção preserva sua operacionalidade na tarefa de compreender as especificidades de nossa modernidade à brasileira por meio da identificação de problematizações constitutivas de nossa experiência.

  13. Para além da infâmia, como dizer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Dias de Oliveira

    2006-01-01

    Full Text Available Michel Foucault faz irromper a arqueologia sob o signo do problema do sujeito: trata-se de saber se algo como um sujeito, um eu ou uma consciência podem ter correspondência com os enunciados, com o acontecimento da linguagem. Problema insistente, irresoluto, urgente, que servirá de guia às três partes do presente exercício. A primeira examina a concepção arqueológica do sujeito: função de um enunciado. Tendo em conta a mudança de perspectiva que caracteriza a passagem para a genealogia, a segunda parte analisa os dispositivos de subjetividade característicos da modernidade, em função de uma biopolítica que toma a seu cargo a vida dos indivíduos tomados isoladamente ou constituídos empopulação. A genealogia foucaultiana mostra como se constitui uma relação constitutiva entre discursos de verdade e modo de ser dos indivíduos, e o preço desta emergência –a infâmia. Na terceira parte o enfoque é dado ao curso ditado no Collège de France em 1982: esboçando uma genealogia das relações entre sujeito e verdade, Foucault descobre não só uma nova concepção do sujeito como um outro regime de funcionamento da verdade. Resta saber se servem ao problema previamente anunciado

  14. Formação continuada de professores por meio da educação a distância (EAD): influências do curso TV na Escola e os desafios de hoje

    OpenAIRE

    Rett, Silvana Bueno Teixeira

    2008-01-01

    Devido às mudanças sócio-econômicas e políticas ocorridas no mundo e a forte presença das novas tecnologias, a educação vem se modificando para acompanhar esse processo de globalização. Nesse contexto, a Educação a Distância (EAD) vem sendo utilizada também como um meio de capacitação de professores para que se adaptem às novas exigências da modernidade. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência dos cursos de EAD, especificamente o TV na escola e os desafios de hoje , que sugeriu a...

  15. Os pressupostos filosóficos do maquiavelismo e o surgimento da via moderna em política = The philosophical assumptions of the machiavellianism and the emergence of the modern via in politics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacarandá, Rodolfo de Freitas

    2016-01-01

    Full Text Available No cenário intelectual do renascimento italiano o pensamento político de Nicolau Maquiavel antecedeu e influenciou grandes inovações que fundaram a modernidade. Um movimento geral de ideias definido no século XVI e XVII pelo conceito de maquiavelismo engendrou mudanças profundas na arquitetura conceitual dos pensadores e articulistas dos assuntos públicos, afetando a obra de grandes filósofos, de Bodin e Lipsius até Hobbes. A partir de pesquisas desenvolvidas no programa de doutorado em filosofia da Unicamp pretendo demonstrar neste trabalho quais foram os pressupostos filosóficos centrais dessa ruptura e como Maquiavel reconstruiu em suas principais obras, O Príncipe e Os discursos sobre a primeira década de Tito Lívio, uma série de conceitos antigos para dar-lhes um sentido completamente novo e radical

  16. O canto da laicidade: Daniela Mercury e o debate sobre casamento civil igualitário no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael da Silva Noleto

    Full Text Available Resumo A performance pública da cantora Daniela Mercury ao assumir (em 2013 um relacionamento conjugal com outra mulher é tomada como ponto de partida para a discussão sobre moralidades religiosas no contexto de debates acerca do casamento civil igualitário no Brasil contemporâneo. Pretende-se abordar a conflituosa inserção de moralidades religiosas em certos debates públicos sobre direitos, destacando a noção de “subjetivismo” como um valor estruturante da modernidade na produção de sujeitos autônomos em meio a diversas formações religiosas. O debate aqui contido também almeja destacar as tensões entre a formação católica de Daniela Mercury e seu pertencimento atual ao candomblé, problematizando questões sobre homoparentalidade à luz dos valores religiosos professados pela cantora.

  17. A pós-modernização da cultura: património e museus na contemporaneidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Anico

    2005-06-01

    Full Text Available Este artigo pretende analisar o crescimento e a diversificação de museus e sítios patrimoniais na contemporaneidade, procurando problematizar este fenómeno no âmbito das condições que caracterizam a pós-modernidade e que incluem uma multiplicidade de aspectos, como sejam, os processos de globalização, os localismos, a nostalgia pelo passado, a problemática da representação cultural no quadro das críticas ao realismo e a uma epistemologia positivista, bem como a mercantilização da cultura e a ênfase crescente na questão dos públicos e nos processos de interpretação e comunicação que se desenrolam nestes cenários culturais.This paper intends to analyse the growth and diversification of museums and heritage sites in the contemporary world, seeking to investigate this subject in the vast context of post-modernity, addressing several dimensions such as globalization, localisms, nostalgia for the past, cultural representation and the critics of realism and positivist epistemology. It will also revolve around the comodification of culture, the increasing emphasis on audiences, as well as the processes of interpretation and communication that take place at this cultural cenarios.

  18. A BRISA PÓS-MODERNA EM RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luíza Duarte de Brito Drummond

    2014-12-01

    Full Text Available Este ensaio procurou fazer uma leitura do romance Respiração artificial, de Ricardo Piglia, buscando perceber nele indicações de uma crítica à modernidade e à pós-modernidade. Nesse sentido, utilizamos os estudos de Harvey (2012 e Jameson (1997 como apoio à leitura e ao entendimento crítico da modernidade e da pós-modernidade.

  19. O carácter anti-ideológico da Teoria Pura do Direito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Albuquerque

    2016-04-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2177-7055.2016v37n72p169 O presente trabalho busca analisar a possibilidade de uma Ciência jurídica pura, livre de influências externas, em especial, livre de ideologias. A ideia de um Direito sem ideologias foi fruto da modernidade, que apregoava a necessidade de métodos científicos rígidos. Na tentativa de demonstrar o caráter científico do Direito, Hans Kelsen formulou sua Teoria Pura do Direito, que, em última instância, buscava afastar o caráter metafísico do Direito, bem como as ideologias. Foi realizada uma investigação bibliográfica, utilizando como fonte primária o estudo realizado por Arnaldo Vasconcelos sobre a obra de Hans Kelsen, Teoria Pura do Direito: repasse crítico de seus principais fundamentos. Finalmente, chega-se à conclusão de que há a impossibilidade de uma Ciência Jurídica pura e que a própria “Teoria Pura do Direito” encontra-se impregnada por ideologias próprias de seu tempo.

  20. O problema da intuição intelectual enquanto postulado prático em Fichte [The problem of intellectual intuition as a practical postulate in Fichte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Martins Cecim

    2017-05-01

    Full Text Available Na Modernidade, o idealista alemão Fichte reconstrói o conceito de intuição intelectual não mais em termos de um procedimento teórico-reflexivo que visa o conhecimento da pretensa coisa-em-si, mas em termos de uma intuição de cunho prático, a partir do conceito kantiano de postulado prático, o que acaba por refletir a primazia da liberdade da razão prática sobre a razão teórica, tendo em vista a impossibilidade de conhecermos as realidades absolutas. Não obstante, essa intuição é problemática por não tratar de uma realidade objetiva, mas tão somente de uma subjetividade autorreflexiva. [In Modernity, the German idealist Fichte reconstructs the intellectual intuition not in terms of a theoretical-reflexive procedure that aims at the pretense knowledge of the thing-in-itself, but in terms of a practical-oriented intuition, from the Kantian concept of practical postulate, which ultimately reflects the priority of freedom in the practical reason over the theoretical reason, taking into account the impossibility of knowing the absolute realities. Nevertheless, this intuition is problematic, for it does not concern an objective reality, but only a self-reflected subjectivity

  1. VIOLÊNCIA SIMBÓLICA NO TRABALHO: CONSIDERAÇÕES EXPLORATÓRIAS SOBRE A NOVA ONTOLOGIA DO TRABALHADOR NA PÓS-MODERNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Myuki Hashizume

    2014-12-01

    Full Text Available Apesar de já termos superado modelos de trabalho que desconsideravam a inteligência do funcionário, encarando-o como máquina, como os modelos Taylorista e Fordista, e termos ingressado numa nova ordem de relações organizacionais mais horizontalizadas que valorizam a participação e a criatividade do funcionário (Toyotismo, ainda é notável a exploração desigual da empresa em relação ao funcionário em nome da ética do capital. O mundo pós moderno rompe com paradigmas e parâmetros estáveis da organização do mundo moderno, inserindo valores como o risco, a flexibilidade, a ilegibilidade, deixando o trabalhador à deriva da possibilidade de planejar sua carreira profissional a médio ou longo prazo. Com isso, deparamo-nos com um trabalhador que tem a sua rotina e valores (caráter desvirtuados por uma lógica que prioriza a subserviência às mudanças instantâneas do mercado. Sennet (2000 propõe um entendimento de que o caráter do trabalhador pós moderno está corroído, tamanha é a instabilidade e a dificuldade de se manter os laços e compromissos entre trabalhadores e destes com a chefia. Frente a esse cenário, surge um novo paradigma, que elegemos como nosso tema no presente artigo, que instiga os trabalhadores e grandes empresários a cultuar a sua auto performance (EHRENBERG, 2010. A figura do workaholic, outrora vista como uma patologia, hoje é considerada o ideal de dedicação no trabalho. O mundo do trabalho pós-moderno assimila o discurso do competidor esportista: por se tratar de um jogo, ainda que as metas não tenham sido alcançadas naquela ocasião, há novas oportunidades de se recuperá-la, em outras partidas. Dessa forma, controla-se o sujeito de forma onipresente, como já havia teorizado Delleuze (1992, em sua sociedade do controle. No presente trabalho iremos focar a violência simbólica cometida pelas corporações em relação a seus funcionários. Nosso objetivo é demonstrar teoricamente que

  2. Symbolism, solitude and modernity: science and scientists in porfirian Mexico Simbolismo, solidão e modernidade: ciência e cientistas no México porfiriano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia Priego

    2008-06-01

    Full Text Available The quest of Mexico for a distinctive national identity throughout the 19th century reached a climax during the period known as the Porfiriato, one of the principal features of which was the deep desire of Porfirio Díaz and his circle to turn Mexico into a 'modern' country perhaps without a clear definition of the meaning of this concept. The debate about national identity had addressed such issues as the rejection of indigenous cultures, blind passion for French culture, and how to go about criating a modern nation by means of industrialization and scientific modernization. The concept of nation in Mexico is definitively linked with the search for a national 'I', and with the struggle to overcome the solitude identified by Octavio Paz. Paradoxically, this very quest forms a part of this identity, and it seems to remain inconclusive.Ao longo do século XIX, a tentativa de construir uma identidade nacional para o México atingiu seu ápice no período conhecido como Porfiriato, que teve como uma das principais características o desejo profundo de Porfírio Díaz e seu grupo de transformar o país em uma nação moderna, sem ter uma definição clara do significado desse conceito. O debate sobre identidade nacional tinha enfrentado questões como a negação de culturas indígenas; a paixão cega pela cultura francesa e todo um savoir faire diante do esforço de se criar uma nação moderna através da industrialização e da modernização científica. O conceito de nação, no México, é estreitamente vinculado à busca pelo 'eu' nacional e à luta para ultrapassar a solidão descrita por Octávio Paz. Paradoxalmente, esta busca forma uma parte dessa identidade, e parece inconclusa.

  3. Poema em prosa: poética da pequena reflexão Prose poem: the poetry of small reflections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Paixão

    2012-12-01

    Full Text Available Gênero criado por Baudelaire em meados do século XIX, o poema em prosa tornou-se uma terceira via da modernidade literária, a ponto de suscitar uma trajetória e tradição próprias desde então. O presente ensaio procura posicionar o impasse desse tipo de escrita, apontado por Suzzanne Bernard, ante o exaurimento das vanguardas ocorrido após o fim da Segunda Guerra. Como resposta ao dilema da expressividade poética, vale a pena atentar para uma linhagem de textos contemporâneos que revelam algumas características em comum. Inspirados por forte carga subjetiva, eles apresentam uma linguagem despida de requintes e próxima da anotação íntima: mas com alta dose de reflexão.The prose poem, a literary genre created by Baudelaire in the mid-19th century, became a third way for modern literature and has even established its own trajectory and tradition since then. Our essay seeks to ascertain the impasse of this kind of writing, as pointed out by Suzzanne Bernard, brought about by the depletion of the avant-garde movements after the end of World War II. As a response to the dilemma of poetic expressiveness, we would do well to pay attention to a lineage of contemporary texts that bear certain common characteristics. Inspired by a strong subjective tone, they display an unpolished language, bordering on intimate annotations, but with a high dose of reflection nevertheless.

  4. Paradoxos da Comunicação e do Consumo no Brasil do séc. XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisela B. Taschner

    2011-11-01

    Full Text Available As novas tecnologias e a globalização vêm trazendo a possibilidade de estruturas mais democráticas de comunicação, produção e consumo, assim como de novos padrões de sociabilidade e de novas formas de atuação política. Na área da  mídia, a internet tende a minar o poder da indústria cultural, bem como seus efeitos  alienantes. Essa parece ser a tendência no Ocidente, no século XXI. No Brasil, no  entanto, o tipo de oligopolização do setor de comunicações existente tem mantido  um predomínio da mídia televisiva tradicional (aberta e paga não encontradiço  em países avançados. Não se trata de mera sobrevida de um padrão antigo em um  mundo em transição. Há uma articulação perversa dessa mídia com as exigências  do capitalismo pós-industrial, que se expressa sobremaneira nos momentos do lazer  e do consumo dos jovens e das crianças. Ocorre, pois, um paradoxo, talvez típico da  pós-modernidade brasileira, que, em um extremo, abriga um consumidor – cidadão  muito crítico, e no outro, técnicas de indução ao  consumismo, especialmente o infantil; ele é o tema de nossa reflexão.

  5. A Sintaxe da Janela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Antônio Jorge

    1993-12-01

    Full Text Available A preocupação fundamenta! do trabalho é de caráter ontológico: esboçar o problema das significações apriorísticas e autônomas dos elementos que compõem a sintaxe arquitetônica. O trabalho elege um desses elementos: a janela. Este artigo parte da aproximação histórica entre a janela e a secção da pirâmide visual, construção imaginária da teoria da perspectiva renascentista. A consideração da janela na linguagem arquitetônica implica reconhecer uma ambigüidade essencial: a janela deve inserir-se ordenadamente no plano da parede - raciocínio típico da modenatura - mas também relacionar-se com a imagem vista através dela, que extrapola o plano, ressaltando a tridimensionalidade - herança da perspectiva renascentista, fundamentada no espaço euclidiano. Ver janela ou ver através da janela são alternativas que se colocam tanto ao observador interno ao edifício, quanto ao externo. Texto de duplaface, a sintaxe da janela versa sobre o relacionamento desses dois lados

  6. Da disciplina à transdisciplinaridade pela transgressão waratiana: uma releitura heideggeriana do ensino jurídico / From Discipline to Interdisciplinarity in Luis Alberto Warat’s Perspective: a heideggerian re-reading of law studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Boito Maurmann Hidalgo

    2013-07-01

    Full Text Available O presente artigo se propõe a repensar a questão da educação em uma perspectiva transformadora e libertadora, em direção à superação da relação sujeito-objeto que impera no modo de fazer educação na modernidade. A era da técnica e o paradigma racionalista pensaram a educação a partir da disciplina. A proposta que se apresenta confia na superação da era do dispositivo (Ge-Stell, na qual a educação é um produto cuja aquisição permite o acoplamento do instrumento: o diploma, cuja função é alterar a essência das coisas. Busca-se refletir a educação a partir de um novo paradigma: da vivência e da transdisciplinaridade, em que, pelo caminho da fala waratiana, a relação sujeito-objeto dá lugar à intersubjetividade e ao reconhecimento do outro.The present article aims at rethinking the educational issue through a transforming and liberating perspective, in order to surpass the relation, S-O (subject-object which governs the way of making education in the modernity. The technology era and the rationalist paradigm thought education from the discipline- based approach. The present proposal believes in the suppression of of Ge-Stell era (era of enframing that sees education as a product, which the acquisition allows the coupling of the instrument, the diploma, whose function is to alter the essence of things. We intend to contemplate education from a new paradigm: the transdisciplinary experience in Warat’s discourse, the S-O relation gives place to the intersubjectivity and to the recognition of the other.

  7. Flagrando a ambiguidade da dogmática penal com a lupa criminológica: que garantismo é possível do compasso criminologia – penalismo crítico?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina Pereira de Andrade

    2009-12-01

    Full Text Available Desenvolvemos, neste artigo, umaanálise da funcionalidade da dogmática penalno marco da modernidade e do sistema penal,sob o marco teórico central da Criminologiada reação social e crítica, apontando suaeficácia invertida e crise, bem como aspossibilidades, então entreabertas, de umanova relação entre Criminologia e dogmáticapenal (criminodogmática, potencializadora deum garantismo crítico e criminologicamentefundamentado, assente não mais sobre alegitimidade, mas sobre a deslegitimação dadogmática e do sistema penal moderno. We develop in this article, ananalysis of the functionality of CriminalDogmatic in modernity and the criminaljustice system, in the theoretical framework ofthe reaction center of Criminology and socialcriticism, pointing reversed its effectivenessand crisis, as well as possibilities, then ajarof a new relationship between Criminologyand Criminal Dogmatic (crime dogmaticpotentiated in a critical guarantees criminologyand reasoned, based on no more legitimacy,but on the illegitimacy of the dogmatic and themodern penal system.

  8. Quando os ritmos corporais dos pedestres nos espaços públicos urbanos revelam ritmos da urbanização = When the pedestrians’ body rhythms in urban public spaces disclose rhythms of urbanization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frehse, Fraya

    2016-01-01

    Full Text Available Cabe evidenciar duas contribuições metodológicas da ritmanálise de Henri Lefebvre para o problema de como sociedade se transforma pela mediação de práticas sociais que se (reproduzem nos e através dos objetos e espaços mais ou menos tecnológicos que povoam a vida cotidiana em cidades impactadas pela possibilidade da modernidade. Elucidarei primeiramente a ritmanálise, e sua articulação com o pensamento lefebvriano. Virá à tona então a peculiaridade teórica de meu argumento, cuja pertinência empírica demonstrarei brevemente na sequência. Recorrendo a dados fotográficos e etnográficos de minha pesquisa sobre as ruas e praças públicas do perímetro historicamente mais antigo da São Paulo atual (Frehse, 2011, demonstrarei o que corpos humanos que passam ou se deixam ficar fisicamente com regularidade ali revelam sobre o ritmo das mudanças socioculturais nessa megacidade atualmente – e, assim, sobre a ritmanálise como via de apreensão empírica de indícios da mudança social possível na vida cotidiana, no espaço urbano

  9. A conclusive step to the educative modernity in Portugal: the Jaime Moniz's reform Un paso decisivo en el camino hacia la modernidad educativa: la reforma de Jaime Móniz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Cándida PROENÇA

    2013-09-01

    Full Text Available The secondary education (Liceus under liberal system, created in 1836 by Passos Manuel government, had an irregular evolution in the 19th century with a asistematic depreciation which was translated by the withdraw of clear own purposes, focusing only instead in the access to the University. This situation was changed only in 1895 with the so-called «Reforma de Jaime Moniz». This reform has exerted influence on all sucessive transformations in secondary education till the third decade of the 20th century and may be considered the turning point to modernity of this schooling level by the introduction of adequate methodologies and the organic approach characterized by the interrelation existing between the different instructions years, disciplines and curricula subjects.La educación secundaria (Liceo bajo el sistema liberal, creada en 1836 por el gobierno de Passos Manuel, tuvo una irregular evolución en el siglo XIX con un deterioro sistemático que se tradujo en la ausencia de su sentido propio, acentuando en su lugar el acceso a la Universidad. La situación sólo llegó a cambiar en 1895 con la llamada «Reforma de Jaime Monis»: Esta reforma ha ejercido su influencia en todas las sucesivas reformas de la educación secundaria hasta la tercera década del siglo XX y se puede considerar el punto de enlace hacia la modernidad de este segundo nivel gracias a la introducción de metodologías adecuadas y de una visión orgánica por la interrelación que existe entre los diferentes programas anuales, disciplinas y temarios.

  10. Revista História da Educação - RHE, v. 11, n. 23, 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RHE Asphe

    2011-04-01

    Full Text Available

    APRESENTAÇÃO

    A Asphe tem a satisfação de apresentar a seus leitores o número 23 da revista História da Educação. Cumprindo seu compromisso editorial de divulgar trabalhos científicos da área de História da Educação e também de disponibilizar fontes documentais trazemos neste número uma série de resultados de investigações que, com certeza, colaborarão para preencher eventuais lacunas do conhecimento na área da História da Educação.

    Iniciamos nossa secção de artigos com o trabalho do renomado professor e pesquisador francês Pierre Caspard que nos presenteia com um excepcional texto Igreja, religião ensino elementar antes das leis de laicização européias: um reexame crítico de suas relações no qual analisa temáticas clássicas da área da história da educação como são educação, igreja e religião.

    A professora Rosalia Menindez Martinez investigou as idéias de modernidade em seu texto La escritura de los examenes escolares e ideas de modernidad, 1884-1912. E trabalha com conceitos e categorias que denotam a erudição da autora.

    Em defesa do filosofar e do historicizar conceitos científicos constitui-se em um trabalho de investigação teórico metodológica elaborado pelos professores Rochele de Quadros Loguercio e José Cláudio Del Pino da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e que contribui para uma melhor compreensão da constituição da ciência na área das ciências humanas.

    A pesquisadora Nilce da Silva analisa o sistema educacional francês tão bem focalizado em nossa revista neste ano. Seu trabalho Da ‘Revolução Francesa’ ao ‘século XXI’: algumas notas acerca do sistema educacional francês contribui para preencher lacunas que ainda persistem nesta área.

    Um dos educadores de maior renome do século XIX foi Abílio César Borges que destacou em v

  11. Gestión de la integración social de la investigación en el proyecto “La gerencia del talento humano en las empresas medianas y grandes del occidente colombiano” Características, perfil y proyecciones frente a los retos de modernidad y competitividad

    OpenAIRE

    Zuluaga Quintero, José Iván

    2006-01-01

    Tesis (Maestría en Educación Docencia). Universidad de Manizales. Facultad de Ciencias Sociales y Humanas, 2006 La investigación GESTIÓN DE LA INTEGRACIÓN SOCIAL DE LA INVESTIGACIÓN EN EL PROYECTO: “LA GERENCIA DEL TALENTO HUMANO EN LAS EMPRESAS MEDIANAS Y GRANDES DEL OCCIDENTE COLOMBIANO” Características, perfil y proyecciones frente a los retos de modernidad y competitividad. Se realiza a partir del Método Investigativo de Estudio de Casos en el marco de la investigación cofinancia...

  12. Epistemología del riesgo y trama de la vida en tres autores de la modernidad crítica: Jonas, Beck y Giddens / Epistemology of risk and the weave of life in three authors from the critical modernity: Jonas, Beck and Giddens

    OpenAIRE

    Juncosa, José Enrique

    2013-01-01

    Este artículo explora la dimensión epistemológica del riesgo y sus implicaciones en la trama de la vida y el futuro de lo viviente, según tres autores de la modernidad crítica: Hans Jonas, Ulrich Beck y Anthony Giddens. Uno de los elementos que ellos denuncian es la negación del “no-saber” que priva a la sociedad de su capacidad restrictiva frente a las decisiones de riesgo e impide el control social del conocimiento, la ciencia y la técnica. Esta impronta se propone como uno de l...

  13. A sabedoria da democracia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilson Matilde Diana

    2010-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2010v9n1p131 Durante a maior parte da história, a democracia foi desprezada como uma forma política inferior – a regra do povo, ou “dos muitos”, era logo identificada como a regra da ralé, da escória. Herdando do povo a volubilidade e a instabilidade, a democracia estava sempre perigosamente próxima do arbítrio e da anarquia, com toda a violência que se costuma associar a isso.

  14. Corporeidade da voz : estudo da vocalidade poetica

    OpenAIRE

    Fernando Manoel Aleixo

    2004-01-01

    Resumo: Este material é o resultado da investigação prática da voz realizada a partir do desenvolvimento do princípio da sabedoria sensível do corpo. O texto expõe as etapas percorridas no levantamento de experiências e reflexões pedagógicas sobre a voz do ator, no estabelecimento de referências sobre o corpo e o aprendizado sensível e, também, no processo de composição poética do espetáculo teatral Voz Mercê Abstract: This material springs from a practical investigative work on voice base...

  15. Modelagem da laringe: da biologia ao computador

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Oliveira Rosa

    2016-01-01

    Full Text Available Neste trabalho apresentamos uma descrição daanatomia e fisiologia da laringe, enfatizando os aspectos relevantes à fonação. A partir destes aspectos, a modelagem da laringe é apresentada. O principal objetivo de modelara laringe é representar de uma maneira simples esse órgãoatravés de equações matemáticos intimamente relacionadoscom características fisiológicas. Equações aerodinâmicase viscoelásticas são simplificadas de acordo com as pesquisas,sempre buscando simplicidade e aplicabilidade computacional. Assim, pesquisadores podem compreender melhor a laringe e a fala humana em termos dos efeitos linguísticos, cirúrgicos e computacionais produzidos pelamovimentação desse órgão. Palavras-chave: Laringe, modelagem, sinal glotal,produção da fala.

  16. MODELAGEM DA LARINGE: DA BIOLOGIA AO COMPUTADOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Oliveira Rosa

    2016-01-01

    Full Text Available Neste trabalho apresentamos uma descrição daanatomia e fisiologia da laringe, enfatizando os aspectos relevantes à fonação. A partir destes aspectos, a modelagem da laringe é apresentada. O principal objetivo de modelara laringe é representar de uma maneira simples esse órgãoatravés de equações matemáticos intimamente relacionadoscom características fisiológicas. Equações aerodinâmicase viscoelásticas são simplificadas de acordo com as pesquisas,sempre buscando simplicidade e aplicabilidade computacional. Assim, pesquisadores podem compreender melhor a laringe e a fala humana em termos dos efeitos linguísticos, cirúrgicos e computacionais produzidos pelamovimentação desse órgão. Palavras-chave: Laringe, modelagem, sinal glotal,produção da fala.

  17. A inibição da vida pelo jurídico e a proposta de Agamben de desativação do direito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Nery da Cruz

    2017-09-01

    Full Text Available A proposta desta pesquisa é esclarecer como Agamben discute sua filosofia política tendo como base a ideia de “forma-de-vida” enraizada nos propósitos da política contemporânea por meio dos dispositivos que capturam a vida humana. A relação entre regra e vida, usada pelos monges para a organização do monacato é escavada a fim de compreender a principal preocupação monástica que é a construção da própria vida como uma liturgia integral. No intuito de construir uma hermenêutica da racionalidade política, ético-jurídica da modernidade, Agamben arquiteta a estrutura de sua análise na distinção entre regra e vida e ao mesmo tempo na confusão que os dois conceitos apresentam e qual o limiar do direito comum na legalização da vida. Para Agamben a forma – de – vida se constitui como forma além do direito, a vida que se regula pelo direito conseguiu dar-se um modo próprio de viver, senão que está formatada pela norma, a lei ou a exceção. Em todos os casos, o direito inibe a vida, a verdadeira vida se vive além do direito.  Essa é a tese defendida por Agamben. Eis nosso objeto de investigação.

  18. A ciclovia da morte

    OpenAIRE

    Gois, Ancelmo

    2016-01-01

    De acordo com levantamento da FGV/DAPP, houve mais de 36 mil menções ao desabamento no Twi er, até o fim da tarde de ontem, com palavras como "vergonha", "incompetência" e "culpa" em destaque, além de muitas criticas ao prefeito Eduardo Paes.

  19. A perda da experiência da formação na universidade contemporânea The loss of the experience of cultivation in the contemporary university

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franklin Leopoldo e Silva

    2001-05-01

    Full Text Available O texto procura mostrar, por via de um comentário das posições de Adorno acerca das finalidades da educação, que a história da modernidade, vista como processo de constituição da hegemonia da razão instrumental, destituiu a educação de uma característica essencial, a formação da consciência para a liberdade, aspecto que no entanto se encontra implicado na relação entre experiência, verdade e felicidade, constitutiva do ideal humanista de sabedoria e de emancipação. O progresso civilizatório pode ser visto como a perda progressiva do ideal de formação, substituído pelos procedimentos de racionalização adaptativa do indivíduo às condições de alienação próprias do mundo administrado. Na impossibilidade de reinstauração das condições objetivas favoráveis à experiência educacional formadora, resta, na perspectiva de uma educação crítica, a tentativa de se opor à instrumentalização da subjetividade por via de um esforço de recuperação da negatividade como contraponto à adesão cega ao presente histórico.The text aims to show, based on a commentary of Adorno's points of view on the goals of education, that the history of modernity, seen as process for the constitution of the hegemony of instrumental reason, has removed an essencial feature from education: the formation of a consciousness for freedom, an aspect that is involved in the relationship between experience, truth and happiness, which constitute the humanist ideal of knowledge and emancipation. Civilizing progress can be seen as a progressive loss of the ideal of formation, substituted by the procedures of adaptive rationalization of the individual to the alienating conditions that are peculiar to the managed world. In the event of an impossibility to reinstall the favourable conditions to the cultivating education experience, we are left, from a critical education perspective, with an attempt to oppose the instrumentalization of subjectivity

  20. Reconhecimento da Multiparentalidade

    OpenAIRE

    Nogueira, Gustavo Gonçalves; Faculdade Dr. Francisco Maeda; Dias, Marina Bianchi; Faculdade Dr. Francisco Maeda

    2014-01-01

    O presente trabalho apresenta um estudo sobre a evolução do conceito de entidade familiar e filiação no ordenamento jurídico brasileiro, enfatizando a respeito do instituto da multiparentalidade, e as implicações que esta nova modalidade de filiação é capaz de imprimir no modo de exercício dos direitos e deveres atinentes à conservação da família, tendo em vista que, nos primórdios da civilização a razão de ser da união de pessoas em torno da família era a primordial proteção ao patrimônio, f...

  1. Cartografia da paisagem alterada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Cortezão

    2011-04-01

    Full Text Available O presente trabalho de pesquisa surge da investigação de paisagens alteradas, áreas pós-industriais e da geografia urbana que é conformada pela indústria. A preocupação principal é revê-las como espaço de investigação crítica sob o ponto de vista particular, integradas às noções da peculiar natureza industrial com suas consequentes transformações na paisagem, além das relações do indivíduo com esse novo meio produzido. “Cartografia da paisagem alterada” é uma pesquisa que indicia a paisagem alterada em pelo menos dois estratos: um que é o da construção da geografia da cidade pela indústria, e o outro que é a paisagem alterada subjetivamente, o que configura uma crítica e uma reação à conformação sócio geográfica em outros parâmetros - da proximidade, da experiência vivida e da construção de um vocabulário próprio.  A pesquisa teórica sobre áreas pós-industriais, associada a referências nas artes e arquitetura, constitui o primeiro estrato. Teorias e procedimentos artísticos de Robert Smithson, Joseph Beuys e Rem Koolhaas fornecem material para o segundo, mediante a pesquisa do cotidiano no lugar, a região do Vale do Aço, que se configura em um guia - glossário

  2. A DRAMATURGIA DEMOCRÁTICA: APROXIMAÇÕES ENTRE ERVING GOFFMAN E A TEORIA DA DEMOCRACIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Medeiros

    2015-08-01

    Full Text Available No Ocidente, a política e o teatro vêm, ao menos desde a Antiguidade clássica, acumulando afinidades históricas e semânticas que levam os analistas quase espontaneamente a pensá-los a partir de uma mesma linguagem: fala-se, assim, sobre o "palco da política", os "bastidores do poder" e, ponto nevrálgico da teoria democrática, a "representação política". Mas, para além dessas afinidades que sustentam o jargão político e o comentário jornalístico corriqueiro, pode uma sociologia política dramaturgicamente orientada esclarecer aspectos importantes da teoria democrática contemporânea? O presente trabalho pretende esboçar um mapa de algumas ferramentas analíticas legadas pela teoria de Erving Goffman que, como estão ou reformuladas, podem servir à explicação e à compreensão de aspectos essenciais de nossa "democracia de público", como as relações entre políticos, partidos e mídia, ou entre movimentos sociais e Estado. Para isso, discuto primeiramente algumas das transformações semânticas da "representação política" e como a questão teatral está aí inserida; em seguida, saliento as afinidades funcionais e estruturais entre o mundo político e o mundo teatral, mostrando como as mudanças históricas da modernidade, com o papel central que a “política mediatizada” nela adquire, tornam uma abordagem dramatúrgica ainda mais rentável como ferramenta analítica de compreensão da democracia; por último, procuro sistematizar algumas das principais contribuições de Erving Goffman para o esboço de um programa de pesquisa dramatúrgico dentro da teoria democrática contemporânea.

  3. Arte da experimentação: política, cultura e natureza no primeiro Nietzsche Art of experiment: politics, culture and nature in early Nietzsche

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Hartmann Cavalcanti

    2007-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é analisar as conexões entre o pensamento político de Nietzsche e sua crítica da cultura, tal como desenvolvidos nas notas e ensaios do primeiro período de sua obra, especialmente no ensaio Cinco prefácios a cinco livros não escritos. Trata-se de mostrar como o filósofo procura, a partir de uma singular análise do Estado e da sociedade na Grécia antiga, restituir à experiência política uma dimensão reflexiva em declínio na modernidade.This article intends to analyse the relationship between Nietzsche's political thought and his critique of culture, as elaborated in notes and essays during the first period of his work, particularly in Five Prefaces to five non-written Books. The goal is to show how the philosopher attempts, based on a singular analysis of the State and society in ancient Greece, to restore to the political experience a reflexive dimension in decline in the modernity.

  4. Da Grécia a Cronenberg ou por que existem as mulheres From Greece to Cronenberg or why women exist

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Isabel Rodrigues de Sá Saraiva

    2011-08-01

    Full Text Available Propomos uma leitura do filme de D. Cronenberg Irmãos Inseparáveis (Dead Ringers, à luz de um referencial proveniente do universo simbólico da Grécia Antiga. Embora o filme trate temáticas emblemáticas da tardo-modernidade - identidades estilhaçadas, relações problemáticas do eu com o corpo ou as representações dos géneros cada vez mais marcadas pela ambivalência e conflito - é possível encontrar na produção mítico-poética e na ciência gregas áreas de significado que replicam as mesmas inquietações exploradas no filme. Adicionam-se, ainda, alguns exemplos provenientes das sociedades ágrafas que sublinham o alcance universal dos conteúdos explorados no filme.We propose an interpretation of D. Cronenberg's movie Dead Ringers which seeks a referential ground in Ancient Greek symbolism. Even though the movie explores subjects that are emblematic of late modernity - the problem of shattered identities, the problematic relations between self and body or the increasing ambiguity of gender representations - we argue that the same issues can be found in some fields of Greek culture. We claim the similarities are not coincidental but reveal, instead, the existence of universals in symbolic representation. We add ethnographic examples to support this claim.

  5. Sobre o centro, a crítica e a busca da liberdade na práxis acadêmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ceci Misoczky

    Full Text Available Este artigo tem origem nas discussões que antecederam e que foram travadas durante o "IV Encontro de Estudos Organizacionais" (Eneo, evento organizado em torno de uma chamada de trabalhos com um tema definido: "apropriando teoria e prática - deslocando o centro". Apesar do aparente consenso em torno desse tema, os acontecimentos evidenciaram uma importante diversidade de entendimentos. Para avançar nesse debate, precisamos de algumas categorias de compreensão que permitam uma reflexão crítica sobre nosso fazer acadêmico, que estabeleçam um vocabulário para o debate e que nos possibilitem pensar outras práticas. Nesse sentido, nos itens que seguem, após esclarecer a relação com textos e autores - a partir da desconstrução inspirada em Derrida -, apresento algumas categorias que podem nos apoiar na reflexão: modernidade e transmodernidade, colonialidade do saber e do ser, conhecimento e geopolítica e pensamento de fronteira. Feito isso, desenvolvo algumas idéias sobre o significado e as possibilidades do fazer acadêmico em tempos de globalização, considerando sempre o fenômeno da colonialidade e insistindo na possibilidade de enfrentá-lo. No final deste texto, encontra-se transcrita a apresentação que fiz na sessão de encerramento do "IV Eneo".

  6. Ensino da Arte na escola pública e aspectos da política educacional: contexto e perspectivas Enseñanza del arte en la escuela pública y aspectos de la política educacional: contexto y perspectivas Teaching of art at public schools and educational politics aspects: contexts and perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Barra Gomes

    2008-12-01

    Full Text Available Este artigo procura ampliar constatações e considerações que abrangem o ensino da Arte na escola pública e aspectos da política educacional. Nossa inquietação, quanto ao percurso do ensino artístico no país e a sua realidade nos dias atuais, levounos a contextualizá-lo a aspectos da política educacional, associando o ensino a questões que incitam a conscientização dos professores de Arte, sua atuação e o envolvimento com a prática pedagógica diante das condições educacionais que nos permite viver a política educacional marcada pela globalização e pela pós-modernidade.Este artículo busca ampliar constataciones y consideraciones que abarcan la enseñanza del Arte en la escuela pública y aspectos de la política educacional. Nuestra inquietud con relación al curso de la enseñanza artística en el país y su realidad en los días actuales nos llevó a contextualizarla a aspectos de la política educacional, asociando la enseñanza a cuestiones que incitan la concientización de los profesores del Arte, su actuación y el envolvimiento con la práctica pedagógica frente a las condiciones educacionales que nos permite vivir la política educacional, marcada por la globalización y por la pos-modernidad.This article aims to amplify the evidences and considerations that deal with the teaching of Art in public schools and also with some public politics aspects. Our worries about the teaching of Art path in this country and its reality nowadays has driven us to conceptualize it with some educational politics aspects, associating the teaching of Art to subjects that stir teachers' awareness, their performance and their involvement in pedagogic practices in the pedagogic conditions, that allowed us to live the pedagogic politics which are marked by globalization and postmodernism.

  7. SEXUALIDADE MÍTICA: AS MÚLTIPLAS FACES DA FEMINILIDADE EM VÊNUS E MARIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ismael Gonçalves Alves

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho busca inventariar algumas considerações acerca dos ideais de feminilidade difundidos em dois momentos históricos distintos, a Antiguidade clássica e a Contemporaneidade. Ao optarmos por um estudo comparativo de épocas diversas, não buscamos estabelecer uma linearidade, e sim conhecer múltiplas experiências históricas ao longo do tempo, atravessadas pelas relações que cada sociedade estabelece consigo mesma e com o seu passado. Através da análise das representações de Vênus e Maria, figuras de destaque no panteão religioso romano e judaico-cristão, buscaremos perceber como duas divindades, em essência, ligadas à fertilidade, beleza e prosperidade, foram apropriadas de maneiras distintas, legitimando padrões de comportamento para condutas tidas como essencialmente femininas. Partindo deste diálogo, propomos discutir questões de nosso próprio presente, fundamentados na concepção de que a modernidade produziu modelos normativos de sexualidade masculina e feminina que condicionaram ideias, valores e comportamentos em conformidade com os princípios impostos por uma moral dominante, que tende a extinguir o contraditório e aniquilar as diferenças, em favor de uma sexualidade legítima e ao mesmo tempo legitimadora.

  8. MACIEZ DA CARNE BOVINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Bento Mancio

    2006-10-01

    Full Text Available Dentre as características de qualidade da carne bovina, a maciez assume posição de destaque, sendo considerada a característica organoléptica de maior influência na aceitação da carne por parte dos consumidores. A dureza da carne pode ser dividida em dureza residual, causada pelo tecido conjuntivo e outras proteínas do estroma, e dureza de actomiosina, causada pelas proteínas miofibrilares. Dentre os fatores que influenciam a maciez da carne, podem ser destacados a genética, a raça, a idade ao abate, o sexo, a alimentação, o uso de agentes hormonais (?-adrenérgicos e os tratamentos post-mortem. A qualidade final da carne é resultante de tudo o que aconteceu com o animal durante toda a cadeia produtiva. Devem-se assegurar procedimentos adequados de transporte, armazenamento, manipulação, exposição e preparo da carne, a fim de se obter um produto de melhor qualidade. PALAVRAS-CHAVE: Calpaínas, calpastatina, qualidade da carne, rigor mortis, tecido muscular.

  9. GERONTOLOGIA: ESTADO DA ARTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera M.A.Tordino Brandão

    2010-02-01

    Full Text Available O Programa de Gerontologia da PUC desenvolve pesquisas focando o ser na perspectiva do envelhecimento. As atividades são interdisciplinares e reúnem docentes, alunos e ex-alunos. Nesta mesa redonda apresentamos um panorama sobre estes estudos. Na área da educação e comunicação o foco está centrado na longevidade e na preparação e representação social da velhice. São ressaltadas como temáticas: a formação continuada de profissionais e pesquisadores; o significado da religiosidade/espiritualidade ao longo da trajetória, e sua repercussão na qualidade de vida do idoso; os programas sócio-educacionais para idosos e concepções sobre educação; o monitoramento da mídia na cobertura da crescente longevidade e seus impactos. Em identidade e modos de morar reflete-se sobre soluções planejadas e sua adequação para a inclusão do envelhecimento populacional como questão fundamental, que implica a elaboração de novas políticas, investigações e, especialmente, apresenta-se como questão a ser analisada, refletida e vivenciada pela sociedade em geral. Quanto à saúde, o Programa desenvolve várias pesquisas numa abordagem interdisciplinar tendo como objetos de estudo: a terapia assistida com animais direcionada a idosos com diagnóstico de Alzheimer; o acompanhamento terapêutico e o atendimento psicoterapêutico em grupo, a aplicação da técnica de Calatonia em idosos moradores de ILPI, além da investigação sobre impasses clínicos no idoso frágil. Palavras-chave: gerontologia, longevidade, envelhecimento

  10. THE FALL OF CIVIL SOCIETY AND ITS MOVEMENTS: REGARDING THE LOSS OF EFFECTIVENESS OF POLITICAL CITIZENSHIP IN O-CIDENTAL DEMOCRACIES OCASO DA SOCIEDADE CIVIL E DE SEUS MOVIMENTOS: SOBRE A PERDA DE EFETIVIDADE DA CIDADANIA POLITICA NAS DEMOCRACIAS O-CIDENTAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leno Francisco Danner

    2011-03-01

    Full Text Available O presente artigo discute acerca da evolução das democracias ocidentais no sentido de defender que a consolidação do Estado liberal implicou na negação da sociedade civil e seus movimentos enquanto respectivamente o espaço político e os sujeitos políticos da transformação social por excelência. Ele busca defender que a modernidade política somente foi possível porque a sociedade civil e seus movimentos constituíram-se respectivamente como a arena política por excelência e como os sujeitos políticos por excelência, contra a política e os atores políticos institucionalizados em termos de Antigo Regime. Nesse sentido, a intuição que persigo, ao defender que com o Estado liberal clássico vitorioso nós temos a anulação do potencial político da sociedade civil e de seus movimentos, está em que a estruturação política e social das democracias de massa do capitalismo de regulação estatal, caudatárias desse movimento histórico constituído pelo Estado liberal clássico e pela economia de laissez-faire, apresenta exatamente essa configuração de democracia social e de anulação da democracia política.

  11. CONDICIONANTES DA COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Contador

    2010-03-01

    Full Text Available Este trabalho examina teoricamente os fatores determinantes da competitividade do produto e do negócio, imprescindíveis à elaboração de estratégias competitivas que visam à obtenção e sustentação de vantagens competitivas. Esse tema é objeto tanto da área de marketing estratégico quanto da de estratégia empresarial. Nas duas áreas, há um ponto de consenso que afirma que a empresa deve diferenciar sua oferta para conquistar e manter vantagem competitiva. Mas, os estudos conduzidos por meio do modelo de Campos e Armas da Competição revelaram que a empresa pode diferenciar seu produto e/ou serviço de modo mais amplo, levando em consideração, na formulação da sua estratégia competitiva, também o campo da competição, quer do produto, quer dela própria. Assim, o objetivo deste artigo é evidenciar que, para a empresa ser competitiva, além de diferenciar seu produto e/ou seu serviço no sentido tradicional, ela precisa: 1 diferenciar seu produto incluindo a definição em quais campos vai competir em cada segmento; e 2 escolher as armas da competição que irá utilizar e definir a intensidade de cada arma. Para atingir tal objetivo, foram necessários vários conceitos do modelo de Campos e Armas da Competição: campo da competição, arma da competição, tese do modelo, configuração dos campos da competição, campo coadjuvante, produto coadjuvante e par produto-mercado. Como uma proposta inovadora sempre desperta dúvida, é mostrado o processo de validação do modelo de Campos e Armas da Competição e são discutidas sua universalidade, consistência e completude.

  12. "Alarme de incêndio": Michael Löwy e a crítica ecossocialista da civilização capitalista moderna "Fire alarm": Michael Löwy and the ecosocialist critique of the modern capitalist civilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabio Mascaro Querido

    2013-04-01

    Full Text Available A emergência da crise ecológica, como sintoma mais nítido de uma verdadeira crise civilizató-ria, impôs novos desafios ao pensamento crítico e, em especial, ao marxismo. Partindo desse pressuposto, o objetivo deste artigo é apresentar a defesa de Michael Löwy de uma radicalização ecossocialista da crítica marxista da modernidade, tarefa para a qual a grande recusa de Walter Benjamin das ideologias do pro- gresso é uma das fontes decisivas de inspiração. Para Michael Löwy, a ruptura com as ideologias do progresso e com o paradigma civilizatório capitalista moderno é uma condição indispensável para a atua-lização ecossocialista do marxismo.The emergence of the ecological crisis as a clearer symptom of a true civilizatory crisis has imposed new challenges to critical thought and, in particular, to Marxism. Based on this assumption, this article aims to present Michael Löwy's defense of an ecosocialist radicalization of the Marxist critique of modernity, a task for which Walter Benjamin's great refusal of the ideologies of progress is one of the critical sources of inspiration. To Michael Löwy, breaking away from the ideologies of progress and from the modern capitalistic civilizatory paradigm is a prerequisite for the ecosocialist updating of Marxism.

  13. A Educação para o Cuidado de si: a propósito da leitura de Foucault do diálogo I Alcibíades, de Platão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Vítor Macêdo Pereira

    2017-05-01

    Full Text Available Em sua dita fase ética, que enuncia as práticas de si, a tomarem o sujeito como original tarefa de construção ética e estética da própria vida, o filósofo francês Michel Foucault (1926-1984 aborda, mais especificamente em seus seminários a pretexto da Hermenêutica do Sujeito (1982, uma distinção que rompe os limites precisos entre disciplinas e saberes, estabelecidos com a conformação moral dos sujeitos desde a Modernidade. Dentre estes seminários, no que se dá a propósito da leitura do diálogo I Alcibíades, de Platão, o filósofo infere alguns preceitos atinentes a uma vida filosófica como educação para o cuidado de si.

  14. Dos igarapés da Amazônia para o outro lado do Atlântico: a expansão e internacionalização do Santo Daime no contexto religioso global

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glauber Loures de Assis

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo analisa os processos de expansão da religião ayahuasqueira do Santo Daime da Amazônia para o mundo. O crescimento e internacionalização daimistas são explicados em função de suas características estruturais, a psicoatividade e miscibilidade. Essa expansão é contextualizada dentro do movimento diaspórico das religiões do sul global, isto é, responde ao crescente papel do Brasil e da América Latina no cenário religioso global contemporâneo. Tal crescimento, contudo, foi conflituoso e permeado de tensões nos vários locais em que ocorreu. A expansão também produziu varias consequências nas comunidades tradicionais amazônicas. Argumenta-se que a internacionalização do Santo Daime ilustra as controvérsias e ambivalências religiosas de nosso tempo, estimulando o debate sobre questões fundamentais relacionadas ao contexto religioso global e à própria modernidade.

  15. Sentadas na estrela da salvação. Ser feminino em Ventos do Apocalipse, de Paulina Chiziane DOI - 10.5752/P.2358-3428.2014v18n35p197

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Assunção de Maria Souza e Silva

    2014-12-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo uma leitura acerca da condição feminina no romance Ventos do Apocalipse, de Paulina Chiziane, enfocando as personagens Minosse e Emelina, sua gênese, sua condição e efeitos de atitudes numa narrativa em que tradição e modernidade se entrelaçam. Para tal investigação, temos como suporte a ideia de transculturação de Ángel Rama e a poética da relação de Eduard Glissant. Quanto ao aspecto da condição feminina, apoiamo-nos nas ideias de Gayatri Spivak. Por essa via, ter-se-á a percepção de como as figuras femininas atravessam a narrativa desempenhando a função de estabelecer a relação entre a tradição e a modernidade, no quadro em que a condição é marcada profundamente pelo esfacelamento do ser em estado de guerra e sob o poder patriarcal. A análise se conduz com a perspectiva de visualização das formas humanizadoras que os sujeitos femininos reivindicam no enredo, cuja encenação realiza-se no mosaico histórico de Moçambique. No romance, as personagens femininas atuam em posição e lugar de subalternidade similar à história da maioria das mulheres dos países pós-colonizados. Por fim, ao mesmo tempo em que elas internalizam a visão de aniquilamento, despertam uma consciência modificadora de si e dos grupos com os quais se relacionam. Minosse e Emelina são faces das que não se deixam vitimar apesar das forças que as querem aniquilar.Palavras-chave: Condição feminina. Identidade. Relação. Identidade. Narrativa.

  16. Tempos de aprender: a produção histórica da idade escolar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Soares de Gouveia

    2012-02-01

    Full Text Available A emergência de um tempo escolar, nas sociedades ocidentais, com o advento da Modernidade, relaciona-se com a definição de um marco cronológico no decorrer da vida do indivíduo, ao longo do qual este deveria inserir-se na escola, a chamada idade escolar. Esse marco constitui não um recorte absoluto, mas é fruto de uma construção histórica, ao longo da qual se modificaram os parâmetros de sua definição. Para analisar essa relação, cabe compreender a produção da representação da infância como período de formação para a vida adulta, no interior da instituição escolar, de acordo com princípios pedagógicos característicos de tal instituição. Princípios esses centrados no pressuposto da educabilidade desse período de vida. Tal pressusposto tornou possível a emergência, no decorrer do século XIX, em diferentes países, das leis de obrigatoriedade escolar, que conferiram visibilidade social à idade da meninice (por volta dos 7 aos 14 anos entendida como idade escolar. Tendo como fontes primárias a legislação educacional e a documentação referente à instrução pública, busca-se analisar, no contexto da província mineira, o significado da noção de idade escolar ao longo do período e suas características, de modo que se apreendam suas permanências e deslocamentos. Abstract The emergence of a “scholar time” in occidental societies in modernity is related with the historical conformation process of an “scholar age”. In this sense, its necessary to understand the construction of childhood as the period of life when the individuate must be prepared to adult society, according to pedagogical principles in a school institution.Those principles are centred on the idea of childhood specificity, there educability. That notion turned possible the school, and the emergence of the “obligation scholar laws”, in differents nations, during the nineteen century, that institucionalized a scollar time into social

  17. Efeito da eutonia no tratamento da fibromialgia

    OpenAIRE

    Maeda,Cecília; Martinez,José Eduardo; Neder,Matilde

    2006-01-01

    OBJETIVO: avaliar a eutonia como método terapêutico auxiliar no tratamento da fibromialgia (FM). MÉTODOS: estudou-se um grupo de 20 mulheres, segundo os critérios do American College of Rheumatology (ACR), com duração mínima de seis meses, sem alterações no tratamento medicamentoso ou prescrição de exercícios nesse período. As pacientes foram avaliadas através do questionário de dados sociodemográficos; Escala Visual Analógica (EVA) para dor e questionário genérico de avaliação da qualidade d...

  18. A mediação da informação aliada ao uso das tecnologias da informação e comunicação em uma biblioteca escolar.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti

    2014-10-01

    Full Text Available Introdução: A mediação da informação promove a aproximação entre o usuário e o conteúdo de seu interesse.Objetivos: Apresentar um recorte da dissertação “Apropriação das Tecnologias de Informação e Comunicação em bibliotecas escolares: em busca de um espaço dinâmico”, onde mostraremos as diversas formas para que sejam realizadas interferências no sentido de satisfazer as necessidades informacionais em uma biblioteca escolar, baseada nas propostas do “Manifesto de um bibliotecário 2.0” de Laura Cohen, bibliotecária da Universidade de Albany, nos Estados Unidos, além de apresentar estudos feitos pelo grupo de bibliotecárias australianas: Helen Partridge, Julie Lee e Carrie Munro, que organizaram um projeto para identificar as principais habilidades, conhecimentos e atributos exigidos pelo “bibliotecário 2.0”, do qual participaram 81 profissionais australianos.Metodologia: Esse estudo buscou uma pesquisa qualitativa e com análise bibliográfica das investigações apresentadas pela bibliotecária norte americana Laura Cohen e das três pesquisadoras australianas Helen Partridge, Julie Lee e Carrie Munro, para dessa forma fazermos uma comparação entre realidades e experiências, tão adversas e ao mesmo tempo semelhantes com a nossa realidade brasileira.Resultados: Não basta utilizar as TIC na biblioteca só pela modernidade ou variedade de aplicações. É necessário ter consciência da utilidade destes ou de qualquer outro meio de interesse dos alunos para poder mostrar sua qualidade e a utilidade prática. O bibliotecário, antes de utilizar as TIC, deve fazer um levantamento profundo sobre as problemáticas com as quais esse instrumento de trabalho pode contribuir de forma relevante.Conclusão: Eventos, atividades e estruturação física do ambiente proporcionam um claro exemplo de mediação da informação em uma biblioteca escolar, evidenciando a interferência positiva que o profissional da informa

  19. Abordagens da leitura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela B. Kleiman

    2004-03-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo evidenciar as abordagens da leitura da Lingüística Aplicada, tanto na pesquisa quanto no ensino da leitura ao longo de vinte e cinco anos de pesquisa sobre o assunto nesse campo. Na primeira parte do texto, examinamos as transformações teórico-metodológicas da pesquisa na área; na segunda, focalizamos as transformações no campo didático, reconstituindo as abordagens didáticas mediante a análise de texto em três livros didáticos com a finalidade de determinar o perfil de leitor pressuposto nos manuais, comparando-o com a caracterização do sujeito leitor na pesquisa.

  20. Het Italiaanse voorzetsel da

    NARCIS (Netherlands)

    Boer, M.G. de

    2010-01-01

    SAMENVATTING In een voorzetselstudie in het kader van Jackendoffs semantische theorie wordt het sterk polyseme Italiaanse voorzetsel da geanalyseerd als een verzameling deelbetekenissen waarbij de meeste door een of meer semantische regels afgeleid kunnen worden van de basisbetekenis ruimtelijke

  1. Pelos caminhos da fotografia

    OpenAIRE

    Hoffmann, Maria Luisa; Doutoranda pela USP. Docente na UNOESTE e UEL.

    2013-01-01

    Resenha de: A transição tecnológica do fotojornalismo: da câmara escura ao digital,de Ivan Luiz Giacomelli. Florinaópolis, Insular, 2012, 136pResenha de: A transição tecnológica do fotojornalismo: da câmara escura ao digital,de Ivan Luiz Giacomelli. Florinaópolis, Insular, 2012, 136p

  2. The Construction of the Jurisdictional Cooperation in the Theoretical Assumptions of Pasquale Stanislao Mancini (1851-1872 / A Construção da Cooperação Jurisdicional nos Pressupostos Teóricos da Obra de Pasquale Stanislao Mancini (1851-1872

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arno Dal Ri Junior

    2012-12-01

    Full Text Available This paper aims to analyze the historical evolution of the Privete International Law, particularly the ideal of jurisdictional cooperation between the Middle Ages and Modernity. The paper analyzes the theory of Pasquale Stanislao Mancini, with his notion of the international community as a set of nations, and not as a set of states, as usual. The doctrine of Mancini was based on three pillars: nationality, freedom and sovereignty. In addition, Mancini left the territoriality principle to adopt the universality of private relations, basing the universalist conception of jurisdictional cooperation.O presente artigo traça uma evolução histórica do Direito Internacional Privado (DIPr, sobretudo do ideal de cooperação jurisdicional, entre o Medievo e a Modernidade. Analisa-se a obra de Pasquale Stanislao Mancini e a sua noção de comunidade internacional como um conjunto de nações, e não como um conjunto de Estados, como habitual. A doutrina de Mancini repousava em três pilares: a nacionalidade, a liberdade e a soberania. Além disso, Mancini abandonou o princípio da territorialidade para adotar a universalidade das relações privadas, embasando a concepção universalista da cooperação jurisdicional.

  3. Do Génio ao jogo. O papel da Técnica na Transformação dos Valores Estéticos em Walter Benjamin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélio Rodrigues Conceição

    Full Text Available Resumo: Analisando o papel desempenhado pela questão da técnica no pensamento de Walter Benjamin, o artigo debruça-se sobre a transformação dos valores estéticos, na modernidade. As técnicas de reprodução/registo inventadas nos séculos XIX e XX, como a fotografia e o cinema, obrigaram a uma revisão das articulações entre arte, técnica e história, articulações que Benjamin desenvolveu em diversos sentidos. Contudo, não encontramos, nos seus textos, uma filosofia da técnica de princípios claramente estabelecidos. Portanto, o presente artigo visa estabelecer uma constelação de temas, os quais, brotando dos seus textos, nos permitem clarificar como a técnica influencia a transformação e a criação de valores estéticos, sendo estes entendidos como eixos em torno dos quais se dão a produção e a crítica dos fenómenos estéticos. A fotografia, constituindo um momento de viragem incisivamente estudado pelo autor, é o fio condutor das diferentes leituras. Historicidade da percepção; dimensão política da arte; sua relação com a memória; elemento de jogo: são estes os quatro eixos em torno dos quais se procura clarificar e, sempre que possível, prolongar a proposta benjaminiana.

  4. Fernando Pessoa, herdeiro do mundo mágico. As raízes ocultas da poética pessoana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Catania Marrone

    2015-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2176-8552.2016n20p65 Se é verdade que a Modernidade representa, na opinião de muitos, o triunfo do progresso científico e da razão, é também verdade que nos seus fundamentos se encontra uma visão mágica e irracional do mundo, de maneira alguma desaparecida da nossa cultura. O presente artigo divide-se em uma introdução às raízes ocultas da época moderna, nas suas facetas artísticas, filosóficas e literárias, em seguida focando a atenção na figura de Fernando Pessoa. O poeta português, de facto, é herdeiro direto de uma antiga Weltanschauung mágica, que passa por Marsílio Ficino e Giordano Bruno, mas também por Johann Wolfang Von Goethe e por Isaac Newton, para chegar a poetas modernos como William Butler Yeats e Thomas Stearns Elliot, mas também ao próprio Pessoa. A paixão do poeta pela astrologia, pela filosofia hermética e pelo ocultismo não era apenas um passatempo, mas uma verdadeira chave de leitura para compreender o mundo, interpretá-lo e reelaborá-lo através da criação poética.

  5. Indumentária funk: a confrontação da alteridade colocando em diálogo o local e o cosmopolita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mylene Mizrahi

    2007-12-01

    Full Text Available O artigo se propõe a compreender as lógicas que regem a apropriação e o consumo dos elementos que compõem a indumentária funk a partir da tensão ente os sistemas classificatórios de bens e as abordagens que se centram sobre a materialidade dos objetos. Para tal empresa, o gosto funk é apreendido no trânsito entre as esferas da festa e cotidiana, que envolve o ir e vir entre a favela e outras áreas da cidade, como o próprio baile, a escola e o trabalho. Dessa perspectiva, as marcas das roupas e calçados, cujos símbolos vemos reproduzidos nas vestimentas e nos adornos corporais, são tomadas como indicadores de uma relação tensa com a modernidade, onde o conflito surge como traço constitutivo da socialidade dos jovens e elemento estruturante de sua cosmologia.The article aims to comprehend the logics governing the appropriation and consumption of the elements that compose the funk attire, through the dialogue between the classificatory systems and the approaches that focuses upon the materiality of the object. In order to do that, the funk taste will be taken in its transit between the party and daily life, which includes the come and go from the "favelas" to other areas of the city, as the ball itself, school and work. From this point of view, the brands of the garments are seen as indicators of a tense relation with Modernity, wherein the conflict appears as a constituent trait of the youngsters sociality and structuring element of their cosmology.

  6. A questão do poder e da denúncia na escrita social e psicológica de São Bernardo, de Graciliano Ramos http://dx.doi.org/10.15601/1983-7631/rt.v3n4p11-25

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Lana

    2011-04-01

    Full Text Available Este artigo pretende analisar como o narrador / personagem denuncia os impactos da modernidade sobre o homem, na escrita social e psicológica de São Bernardo, de Graciliano Ramos. Será verificado como os fatores externos ao personagem Paulo Honório podem ter sido decisivos na sua escrita, tais como a aquisição de São Bernardo, o casamento, a morte da esposa; e como os fatores externos à obra – momento histórico que se delineia em meados do século XX – auxiliam a contornar os personagens e a narrativa. Para fazê-lo, partir-se-á da descrição do processo de humanização que passam as personagens e as relações entre o narrador / personagem e seus possíveis leitores, mediante a adoção da escrita como instrumento artístico de confissão e denúncia.Palavras-chave: Foucault; Marcuse; poder; humanização; denúncia

  7. As dobras da imagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Profª. Drª. Fátima Antunes da Silva (Yaska Antunes

    2009-05-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo tentar compreender a produção da imagem visual no teatro. Para isso se vale da apropriação livre do conceito de “dobra? de Gilles Deleuze para se referir à multiplicidade de imagens criadas pelas diversas modalidades artísticas. Como no teatro há o entrelaçamento de imagens verbais – palavras enunciadas pelo texto dramático ou teatral – com imagens visuais – a visualidade advinda da composição cênica concreta que organiza no espaço ator e objeto –, a ênfase só podia recair sobre estas duas formas imagéticas. No caso do teatro, surge ainda a percepção de que para além da materialidade da cena, outras imagens emergem do confronto entre palco e platéia. Nesse sentido, imagem teatral seria então aquilo que surge da interação entre ator e espectador. A contribuição desse trabalho pode estar no fato de atualizar certos conceitos sobre a criação da imagem poética na poesia e no cinema para aplicá-los ao teatro. Ao recuperar o pensa-mento de Otávio Paz, Alfredo Bosi, Sergei Eisenstein, entre outros, bus-ca-se promover uma reflexão mais aprofundada sobre a construção visual no teatro.

  8. As muitas faces da Economia Política da Comunicação no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Correia dos Santos

    2009-09-01

    ério Brittos e João Miguel apontam a tendência (lamentável dos estados de deixar a cultura e o comunicativo entregues às lógicas dessa indústria, ficando, conseqüentemente, sujeitos às inversões do capital. Assim, o capitalismo deixa de ser apenas do domínio econômico para determinar a política e a cultura, ou seja, penetra em todas as dimensões das pessoas. Por esta via, é cada vez mais do que um modo de produção, para estabelecer-se como um processo civilizatório, onde a subsunção do simbólico é sucessiva, contínua e inconclusa (p. 41. Os autores discutem os resultados desse processo dentro do ambiente tecnológico, as estratégias adotadas pelas firmas do setor e o predomínio da publicidade no modo de funcionamento das mídias. No artigo seguinte, César Bolaño faz oportunas apropriações de Marx, Habermas e Foucault e os transporta à ambiência em que foi forjada a TV digital, usando conceitos canônicos da economia para uma crítica aos modelos atuais, não só comunicacionais, mas, principalmente, a resultante social de uma modernidade que sempre deixa excluídos pelo caminho, o rescaldo que, historicamente, o capitalismo não consegue resolver. Diz ele: A barbárie, na verdade, expande-se em todas as direções, na mesma proporção que o sistema já não mais inclui, mas, ao contrário, funciona crescentemente de acordo com uma lógica de exclusão pelos preços, de justiça de mercado, de lei da selva (p. 61-62. A afirmação de Bolaño vem a calhar, principalmente no momento pós-queda do Muro de Berlim, quando o fim dos governos socialistas do leste europeu foi interpretado como marco de uma nova hegemonia, calcada na ideologia do mercado e na pretensa solução dos conflitos, os tais rescaldos referidos anteriormente. Dentre os inúmeros filhos bastardos gerados nesse modelo imperfeito, o autor cita o exemplo da pirataria dos bens culturais, obviamente resultado das distorções no interior do sistema: “A pirataria é, assim, decorr

  9. Gerações e alteridade: interrogações a partir da sociologia da infância Generations and alterity: questions to the sociology of childhood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel Jacinto Sarmento

    2005-08-01

    Full Text Available A sociologia da infância propõe-se a constituir a infância como objecto sociológico, resgatando-a das perspectivas biologistas, que a reduzem a um estado intermédio de maturação e desenvolvimento humano, e psicologizantes, que tendem a interpretar as crianças como indivíduos que se desenvolvem independentemente da construção social das suas condições de existência e das representações e imagens historicamente construídas sobre e para eles. Porém, mais do que isso, a sociologia da infância propõe-se a interrogar a sociedade a partir de um ponto de vista que toma as crianças como objecto de investigação sociológica por direito próprio, fazendo acrescer o conhecimento, não apenas sobre infância, mas sobre o conjunto da sociedade globalmente considerada. A infância é concebida como uma categoria social do tipo geracional por meio da qual se revelam as possibilidades e os constrangimentos da estrutura social. O desafio a que nos propomos é interrogar o modo como constructos teóricos como "geração" e "alteridade" se constituem como portas de entrada para o desvelamento dos jardins ocultos em que as crianças foram encerradas pelas teorias tradicionais sobre a infância e de como esse conhecimento se pode instituir em novos modos de construção de uma reflexividade sobre a condição de existência e os trajectos de vida na actual situação da modernidade.The sociology of childhood intends to establish childhood as a sociological object, rescuing it from the biological viewpoint, which reduces it to an intermediate maturation and human development stage, and from the psychological approach, which tends to look at children as individuals who develop independently from the social framework of their conditions of existence and from the different representations and pictures that have historically been built about and for them. Moreover, the sociology of childhood proposes to question society from a point of view that

  10. Precarização e individualização: em que sociedade vivemos?: reflexões sobre a validade empírica do "discurso sobre a segunda modernidade"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thole, Werner

    2007-01-01

    Full Text Available Fundamentalmente é possível identificar, na discussão sobre os contornos e as conseqüências das dinâmicas do desenvolvimento social, dois diagnósticos sobre a desigualdade social. De um lado se observa uma desestruturação da desigualdade social, por outro, e em contradição a ela, uma crescente polarização da sociedade. Mediante o recurso a estudos recentes o presente artigo pergunta criticamente pela estrutura social da República Federal da Alemanha e por indicadores de uma mudança na estrutura da desigualdade social. Constatações empíricas sobre orientações sócio-culturais, aspirações de formação, modos de comportamento no tempo livre e preferências no estilo de vida são reunidas e discutidas em relação a sua dependência da origem social e em relação a constância e mobilidade sociais. Estes estudos revelam que, se bem é verdade que tenha havido tendências de desestruturação e de mobilidade social, elas não foram claras e generalizadas; por outro lado, tampouco são claras e generalizadas as tendências a uma reprodução das estruturas de desigualdade específicas de classe. A análise da relação entre situação de classe, bemestar social e condições de vida nas áreas satisfação com a vida, qualidade da moradia e dificuldades financeiras apoiam a tese da teoria da modernização sobre o aumento de riscos e situações de dificuldades independentemente da classe. Contudo, os estudos mostram também que são sempre e sobretudo as camadas pobres em recursos econômicos e sócio-culturais as que pouco participam das opções sociais de mobilidade. A recomendação formulada com base nestes resultados é um voto em favor do abandono dos enfoques monocausais e unidimensionais nas interpretações e na ênfase de relações causais

  11. Modernidad y postmodernidad de las identidades nacionales

    OpenAIRE

    Elbaz, Mikhaël; Helly, Denise

    1996-01-01

    Los autores comienzan señalando los fundamentos de la identidad nacional, tal y como fue forjada y conceptualizada en la tradición occidental, y enunciando seis interpretaciones complementarias que contradicen esos espacios históricos de identidad. En un segundo momento, analizan las transformaciones provocadas por la crisis del Estado de bienestar y por la transnacionalización sobre los referentes de la nación, de la sociedad civil y del Estado de derecho. Por último, se plantean s...

  12. Nacionalismos, Modernidades y política

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guido Giorgi

    2010-03-01

    Full Text Available La presente es una reseña crítica del Coloquio Internacional “Experiencias Nacionalistas desde la Postguerra: América Latina – Europa”. El mismo tuvo lugar el 22 y 23 de octubre de 2009 en Buenos Aires, Argentina, en el Centro Franco-Argentino de Altos Estudios de la Universidad de Buenos Aires y fue organizado por investigadores del Centro de Estudios e Investigaciones Laborales (CEIL-PIETTE, CONICET y de Approches Historiques des Mondes Contemporaines (AHMOC-EHESS.Se comenzará por realizar un breve repaso por las intervenciones realizadas por los expositores del coloquio, nucleadas en tres mesas: "Los estudios sobre el nacionalismo", "Trayectorias y organizaciones en la postguerra" y "Los nacionalismos en la actualidad". Se continuará con un análisis trasversal de los principales ejes de discusión, a saber el problema de la conceptualización del nacionalismo, la tensión entre singularidad y generalidad y las estrategias metodológicas empleadas. Finalmente, se concluirá realizando un balance de las discusiones del encuentro poniendo de manifiesto la vigencia del estudio del nacionalismo como un fenómeno plural, complejo y heterogéneo, en constante transformación y encarnado a través del tiempo en muy disímiles experiencias concretas.

  13. Rawls, tolerancia internacional y las modernidades alternativas

    OpenAIRE

    Álvarez García, David

    2009-01-01

    El presente artículo analiza los problemas de la transición desde un modus vivendi hasta una concepción moral de la tolerancia liberal y su extensión al ámbito internacional en la obra de John Rawls. Para ello partimos de los problemas conceptuales implícitos en la experiencia de la Reforma europea como acontecimiento inspirador del liberalismo político y analizamos su desarrollo y acomodación a un contexto globalizado contemporáneo. Prestamos especial atención a los problemas que se plantean...

  14. la causa del desencanto con la modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.C.F. Mansilla

    2007-01-01

    Full Text Available La eliminación de instituciones y concepciones premodernas es considerada generalmente como imprescindible y, por ende, como positiva para acelerar la evolución histórica y alcanzar el anhelado objetivo del progreso material. La tradicionalidad ha sido desde entonces vista como algo fundamentalmente negativo. El proceso de modernización engloba, sin embargo, factores destructivos, que recién ahora empiezan a ser percibidos de forma realista. Algunos elementos premodernos merecen una mejor suerte en la consciencia intelectual, como la religión en cuanto fuente de sentido y consuelo; la concepción del arte y la literatura como una estética fundamentada en lo bello y algunos valores no cuantificables materialmente

  15. Graecia capta, integradora de la modernidad

    OpenAIRE

    Domingo PLÁCIDO SUÁREZ

    2010-01-01

    RESUMEN: Para referirse al proceso de integración del helenismo y la romanidad nada resulta más significativo que estas primeras palabras del título, de modo que, además, la exposición se inicia, de acuerdo con los mismos planteamientos horacianos, in medias res, en plena mitad del proceso que caracteriza las relaciones entre griegos y romanos.

  16. Concepción, fragmentos de modernidad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Portus

    2009-12-01

    La investigación se inicia con el proyecto FONDART VIEXPO que propone desde una perspectiva personal, una narración simbólica de la historia de la vivienda social de nuestro país a partir de un recorrido por La Serena, Valparaíso, Talca y Concepción. Posteriormente el trabajo se centra íntegramente en Concepción donde se realiza un registro de las fachadas de los edificios que conforman el extenso legado modernista de la ciudad. Estas fotografías generan fragmentos de los edificios que son traspasados a retablos, invitando al público a revisitar su ciudad, aprovechándose de la intimidad empática de este formato, como una suerte de deja-vú.

  17. A eutanásia e os paradoxos da autonomia Euthanasia and the paradoxes of autonomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Siqueira-Batista

    2008-02-01

    Full Text Available O princípio de respeito à autonomia tem se mostrado muito útil para a argumentação bioética em favor da eutanásia. Sem embargo, a despeito de sua inquestionável eficácia teórica, inúmeras aporias podem ser levantadas, no momento em que se procede a uma análise rigorosa deste conceito, sendo possível colocá-lo em xeque. Com base nesta ponderação, o presente artigo busca investigar o princípio de autonomia, partindo de suas origens nas tradições grega e cristã e mapeando alguns desdobramentos na tradição ocidental, até sua formulação na modernidade, legado de Immanuel Kant. A seguir, são apresentados seus principais paradoxos, no âmbito da filosofia, biologia, psicanálise e política, expondo-se, assim, várias das dificuldades teóricas que precisam ser enfrentadas, a fim de tornar possível sua aplicabilidade no âmbito das decisões relativas ao fim da vida.The principle of respect for autonomy has proved very useful for bioethical arguments in favor of euthanasia. However unquestionable its theoretical efficacy, countless aporiae can be raised when conducting a detailed analysis of this concept, probably checkmating it. Based on such considerations, this paper investigates the principle of autonomy, starting with its origins in Greek and Christian traditions, and then charting some of its developments in Western cultures through to its modern formulation, a legacy of Immanuel Kant. The main paradoxes of this concept are then presented in the fields of philosophy, biology, psychoanalysis and politics, expounding several of the theoretical difficulties to be faced in order to make its applicability possible within the scope of decisions relating to the termination of life.

  18. Pedagogia da afetividade

    OpenAIRE

    El Achkar, Dalal

    2003-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Este trabalho avalia a importância da afetividade como aspecto fundamental para a educação. Diversos autores sustentam teoricamente a necessidade de propostas de ensino-aprendizagem que valorizem os aspectos afetivos, a emoção do ser humano, entre eles a proposta da Escola do Futuro. A relação entre essas propostas teóricas e as iniciativas de professore...

  19. Depois da democracia racial

    OpenAIRE

    Guimarães,Antonio Sérgio Alfredo

    2006-01-01

    Neste artigo, meu objetivo é refletir sobre um cenário futuro, que se torna cada vez mais real e próximo: aquele em que as desigualdades raciais no Brasil convivem com um regime de Estado do qual as organizações negras e outras organizações populares participam ativamente na formulação de políticas multiculturalistas e no qual a ideologia da democracia racial cessou de ser hegemônica. Se, por um lado, nesse cenário, ganhamos efetiva consciência das limitações de nossa democracia, da heterogen...

  20. ESPIRITUALIDADES PLURAIS DA REFORMA

    OpenAIRE

    Cláudio Oliveira Ribeiro

    2017-01-01

    RESUMO: A pesquisa centrou-se na análise do percurso teológico da Reforma Protestante, enfatizando a pluralidade dela, as visões politicamente distintas entre seus protagonistas como Martinho Lutero, João Calvino e Thomas Müntzer, e as práticas e espiritualidades igualmente distintas até os dias de hoje. Metodologicamente, seguimos a noção da história como interpretação e o potencial criativo dos entre-lugares culturais, valorizando os aspectos utópicos que possam ser reforçados pela avaliaçã...

  1. A IDEOLOGIA DA MORTE

    OpenAIRE

    Silveira, Luís Gustavo Guadalupe

    2012-01-01

    Marcuse aborda o caráter ideológico da morte por meio da análise de alguns de seus aspectos biológicos, históricos, sociais, filosóficos e religiosos. O autor reflete a propósito de como o poder sobre a morte também se torna poder sobre a vida das pessoas. Desse modo, libertar-se do modo de vida repressivo significa assenhorear-se de sua própria morte.

  2. Profilaxia da peste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato dos Santos Araújo

    1967-12-01

    Full Text Available O autor parte da premissa de que a profilaxia da doença infecciosa decorre do encadeamento epidemiológico: fonte de infecção-veículo transmissor - receptivel, para explicar a da peste, baseada no mesmo princípio. Depois de citar os 4 principais complexos epidemiológicos da peste e afirmar que tôda a profilaxia da doença consiste em atingir os dois primeiros elos dessas cadeias e proteger o último, passa a classificar os vários métodos profiláticos empregados em 2 grandes grupos: o das medidas destrutivas ou provisórias e o das medidas supressivas ou definitivas. Entre as primeiras arrola a desratização e a despulização, às quais acrescenta o tratamento e isolamento do doente e do portaãor, e entre as segundas inclui a anti-ratização e a imunização. A seguir, passa a explicar em que consistem essas várias medidas profiláticas e quais os agentes de que se tem lançado mão para executá-las, expendendo ao curso dessa exposição o conceito que formula a respeito de cada uma delas, à guisa de apreciação do seu valor relativo. Enaltece sobretudo as medidas supressivas ou definitivas, às quais empresta a maior significação na luta antipestosa, chamando a atenção, em especial, para a necessidade de estudos imunológicos para aperfeiçoamento do poder imunitário das vacinas de germes vivos avirulentos, que considera um grande recurso para a profilaxia da doença, sobretudo para a proteção do rurícola, cujo labor e modo de vida o expõem inevitavelmente a se infectar, por ocasião da ocorrência de epizootias de origem silvestre. Concluída essa primeira parte, passa a fazer o histórico de como se desenvolveu a campanha contra a peste, no Brasil, desde a época da sua invasão em 1899 pelo pôrto de Santos até os nossos dias. Nesse histórico, detem-se um pouco para expôr a atuação do extinto Serviço Nacional de Peste, o qual, criado em 1941, após a reorganização do Departamento Nacional de Saúde, passou

  3. ORIGENS E PROBLEMÁTICA DA SOCIOLOGIA DA LITERATURA

    OpenAIRE

    Miguel Leocádio Araújo Neto

    2016-01-01

    Este artigo faz o percurso das origens da sociologia da literatura aos seus desdobramentos no século XX, levantando os principais questionamentos presentes nos diversos teóricos comentados. Dessa forma, examinam-se os rumos tomados pelas pesquisas que vinculam literatura e sociedade em suas principais configurações. Palavras-chave: Sociologia da literatura; literatura; sociedade.

  4. DA INTANGIBILIDADE DA VERDADE À IMPROPRIEDADE DOS PRINCÍPIOS DA VERDADE MATERIAL E VERDADE FORMAL

    OpenAIRE

    Cardoso, Patrícia de Almeida

    2010-01-01

    A doutrina relaciona com os princípios dispositivo e da livre investigação das provas os princípios da verdade formal e da verdade material, respectivamente. Partindo-se do significado de cada um desses princípios, passando-se pelo conceito filosófico de verdade e da análise sistemática e normativa processual, este trabalho visa constatar a impropriedade da dicotomia entre os princípios da verdade formal e verdade material, atribuindo-lhes um conceito mais apropriado - o juízo de verossimilha...

  5. Modernidade republicana e diocesanização do catolicismo no Brasil: as relações entre Estado e Igreja na Primeira República (1889-1930

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício de Aquino

    2012-01-01

    Full Text Available Partindo da análise de documentação consultada em arquivos do Brasil e do Vaticano, o artigo discute as relações entre Estado e Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR no período da Primeira República brasileira. Considera-se que a Proclamação da República em 15 de novembro de 1889 foi associada, por algumas parcelas das elites brasileiras da época, ao ideário do progresso e da civilização, sendo uma de suas primeiras tarefas a extinção do padroado em 7 de janeiro de 1890. O laicismo determinado nessa ocasião pelo Decreto 119-A revelou-se, entretanto, ambíguo e pragmático. Livre das amarras constitucionais do padroado, o Estado criou um novo campo de relações com as diferentes confissões religiosas, segundo os seus próprios interesses institucionais. Nesse contexto, a ICAR, por sua vez, empreendeu um processo de reforma e reorganização eclesiástica cujo fulcro consistiu na criação de dioceses e jurisdições similares - um amplo e complexo processo territorial, político e discursivo ao qual se pode denominar diocesanização.

  6. O esvaziamento da cultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Paula de Andrade

    2015-01-01

    Full Text Available Trata-se da resenha da obra "A civilização do espetáculo: uma radiografia do nosso tempo e da nossa cultura" de autoria de Mario Vargas Llosa, ganhador do Nobel de Literatura em 2010. O trabalho busca compreender este tempo em que a diversão assume maior relevância em detrimento da cultura profunda e reflexiva. Destarte, a todo momento se olha para o passado com vistas a examinar este fenômeno que se tornou um verdadeiro "esvaziamento cultural". Outrossim, busca-se elucidar que embora ocorra um progresso científico, acesso a educação e a tecnologia de forma vertiginosa, isso não significa que a as artes avançaram na mesma velocidade, pelo contrário, acabou estagnando e já não visa mais a modificação de estruturas, mas apenas entreter.

  7. A propósito de um texto de Habermas: a herança brasileira de um dilema da civilização ocidental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo R. Cruz

    2004-12-01

    Full Text Available HABERMAS, em um texto recente sobre os acontecimentos de 2001, colocou novamente em questão as relações entre fé e saber na modernidade. A visão moderna que a religião deve ser excluída da esfera pública encontra resistências, que sugerem um outro cenário para um mundo pós-secular. Habermas fala do diálogo entre os dois "pilares do tempo" (Gould apenas para o plano moral, mas o argumento do presente trabalho destaca as razões para se valorizar o aspecto cognitivo da religião. Estudos recentes, principalmente no âmbito das ciências cognitivas, revelam a origem natural comum da ciência e da religião. No âmbito da história e da filosofia, sugerem-se hoje outros elementos comuns para a "fé" e o "saber". No caso brasileiro, enfatiza-se a necessidade de um esforço comum em face de ameaças como o criacionismo, e em prol de uma educação que desenvolva a cidadania e o conhecimento são.HABERMAS, in a recent paper on 9/11, questions again the relationship between faith and knowledge in modernity. The modern outlook, excluding religion in the public realm, faces resistance that suggests another scenario for a post-secular world. He speaks about the dialogue between the two "rocks of ages" (Gould only at the moral level, but the argument of the present paper highlights the reasons to give more weight to the cognitive role of religion. Recent studies, mainly in the realm of cognitive sciences, reveal the natural origin both of science and religion. In the realm of history and philosophy, other elements are suggested today for "faith" and "knowledge". In the Brazilian case, we emphasize the need for a common effort in face of threats such as creationism, and in favor of educational patterns that foster citizenship and sound knowledge.

  8. Nação e nacionalismo a partir da experiência brasileira Nation and nationalism based on the Brazilian experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Lessa

    2008-04-01

    Full Text Available Pensar nação e nacionalismo a partir da experiência brasileira exige um mergulho desde as raízes coloniais até a modernidade. Essa trajetória é marcada por descompassos, e desde o Estado Nacional até a sedimentação da nação e o sentimento de auto-estima com uma "identidade brasileira" transcorre-se mais de um século. Tanto o conceito de Brasil-nação quanto as versões nacionalistas jamais têm alta dramaticidade; as passagens históricas fundamentais - abolição, proclamação da República, Estado Novo - se sucedem com poucos traumas preliminares e, em seqüência, a trajetória opera uma rápida "conservatização". Do ponto de vista econômico, as forças produtivas se desenvolvem dinâmica e intensamente. Apesar da expansão demográfica, da ocupação territorial, da transformação e emergência de novos grupos sociais no campo e na cidade, é preservada a exclusão social de amplas frações da nacionalidade dos benefícios do dinamismo econômico. É ciclotímica a leitura dos nacionais de suas próprias características. A cultura, tanto das elites quanto a popular, fornece chaves para entender as mutações do pensar nacional em relação ao Brasil e o desdobramento de múltiplas características.This essay aims to analyze both Nation and Nationalism concepts according to the viewpoint of brazilian experience, from colonial roots to our times, from national state’s birth to the settlement of the Nation and national self-stee. The main historical landmarks happen with few preliminary traumas and are "conservative-zed". Productive forces develop dynamically; demographic expansion and territory occupation continue as society changes and new groups emerge; however, large population segments keep excluded from the welfare economic development should provide. Natives' self-perception is rather cyclothymical. Both popular and elite’s culture provide the keys to understand the mutations of national thinking about Brazil, as

  9. Entre a modernidade e a tradição: a iniciação sexual de adolescentes piauienses universitárias Entre la modernidad y la tradición: la inicialización sexual de los adolescentes de las universidades de Piauí Between modernity and tradition: sexual initiation of university teens originally from Piauí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Rosilene Cândido Moreira

    2011-09-01

    Full Text Available A sexualidade, enquanto fenômeno que propicia momentos singulares de descobrimento de si e do outro, permite a realização de práticas permeadas por simbolizações adquiridas na adolescência. Por sofrer influência de fatores genéticos, sociais e culturais, o comportamento sexual adolescente é, por vezes, permeado por situações conflituosas. O presente estudo teve como objetivo desvelar comportamentos sexuais de acadêmicas de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí, bem como seus mecanismos de influência, e compreender os aspectos que envolvem a iniciação sexual, considerando os entraves desencadeados pela formação tradicional e aspirações modernizantes. Adotou-se o método etnográfico, aplicando-se entrevistas em profundidade a 12 estudantes, nos meses de outubro e novembro de 2009. As entrevistas relevaram interseção entre comportamento sexual e cultura, permitindo visualizar o poder exercido pelos sistemas de representação social. É importante pontuar sobre a necessidade de mais olhares sobre o assunto por ser emergente nos diversos cenários do existir humano.La sexualidad, como el fenómeno que proporciona momentos singulares de descubrimiento de la propia persona y del otro, permite las prácticas permeadas por símbolos adquiridos en la adolescencia. Por sufrir influencia de factores genéticos, sociales y culturales, el comportamiento sexual adolescente es, muchas veces, permeado por situaciones llenas de conflictos. El presente estudio tuvo como objetivo descubrir comportamientos sexuales de los estudiantes de enfermería de la Universidade Federal do Estado do Piauí, así como sus mecanismos de influencia y comprender los aspectos que envuelven la iniciación sexual, considerando las barreras desencadenadas por la formación tradicional y por las aspiraciones de la modernización. Se adoptó el método etnográfico, aplicándose entrevistas con profundidad a doce estudiantes, en los meses de octubre y

  10. Tempo e melancolia: república, modernidade e cidadania negra nos contos de Astolfo Marques (1876-1918 Time and melancholy: Republic, modernity and black citizenship in the short story of Astolfo Marques (1876-1918

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Gato de Jesus

    2012-01-01

    Full Text Available A história da Proclamação da República na periferia setentrional do Império brasileiro (1822-1889, assim como as especificidades de suas consequências culturais na região, ainda carece de análises mais detalhadas. No Maranhão de fin de siècle, a crise econômica do sistema agroexportador, somada à crise política do trabalho escravo, legou às primeiras décadas do regime republicano uma intensa luta social em torno da definição dos limites da cidadania, na qual a subalternização racial da população negra é um ponto decisivo. O presente trabalho é uma aproximação desses impasses através da obra ficcional do escritor negro maranhense Raul Astolfo Marques (1876-1918. Filho de uma cafusa livre, o autor é fruto da geração de descendentes escravos que se debateu com a fragilidade da liberdade conquistada na Abolição e do formalismo da igualdade outorgada em 15 de Novembro de 1889. Uma parte significativa da sua literatura poderia ser entendida como uma tentativa sistemática de interpretar essas esperanças e frustrações. O tema da República comparece ao longo de toda a sua trajetória intelectual em textos como "Abnegação" (1901, "A última sessão" (1903, "O discurso do Fabrício" (1903, "A opinião da Euzébia" (1904, "De coroa e barrete" (1908 e "Reis republicanos" (1916. Resta dizer que A nova aurora (1913, seu único romance, é inteiramente dedicado à descrição dos primeiros meses de implantação do regime republicano. Na primeira parte do ensaio indagamos quais "versões da história" e episódios significativos orientam a reconstrução ficcional das consequências do 15 de Novembro na periferia do Brasil, focalizando o conto "O discurso do Fabrício" e a crônica "A última sessão". No segundo momento, abordamos o tratamento literário dado pelo autor ao problema da política pública republicana no governo Rodrigues Alves (1902-1906, período auge da ideologia sanitarista no país e com tremendo impacto

  11. da Zehirlenmeleri

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Necati Akbulut

    2015-02-01

    Full Text Available Gıda Teknolojisinin gelişmesi ile, gıda maddesinin tüketici için daha alımlı olmasını sağlamak, kısa zamanda bozulmasını engellemek ve pazara yeni çeşitler sunmak için bazı kimyasal maddeler kullanılmaya başlanılmıştır. Bunun yanında tarımda kullanılan kimyasal maddeler artmış, ambalaj sanayi gelişmiş, bu dada maddelerine bulaşan maddelerin türlerini arttırmıştır. Ayrıca gıda maddelerine belirli amacı olmadan katılan maddelerde vardır. Diğer taraftan tüketiciyi aldatmak, hile yapmak, çok kar sağlamak veya kötü kaliteyi gizlemek amacı ile de kullanılan maddeler bulunmaktadır. İster teknik zorunluk, ister hile amacıyla olsun bu tür yabancı maddeler öncelikle insan sağlığını ilgilendirmektedir. Bazı maddelerin vücuda alınması sakıncasız olduğu halde, bazıları sakıncalıdır. Sakıncasız olanlarında belirli bir sınırın üzerinde uzun süre alınmaları zararlı olabilmektedir. Bu toplum sağlığı sorunu birçok ülkeyi gıda sanayiinde kullanılan kimyasal maddelerin hoşgörü sınırlarının hesaplanması noktasına götürmüştür.

  12. A invisibilização identitária da África lusófona na Folha de S. Paulo e em O Globo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elton Antunes

    2015-09-01

    BRAGA, J. L. Nem rara, nem ausente - tentativa. Matrizes, São Paulo: ECA-USP, 2010, p 65-81. Disponível em http://www.matrizes.usp.br/index.php/matrizes/article/view/179 Acesso em 16/8/2014. CUNHA, E. L. Estampas do imaginário: literatura, história e identidade cultural. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006. DELEUZE, G. ¿Que és un dispositivo? In: BALBIER, E. et al. Michel Foucault, filósofo. Barcelona: Gedisa, 1990, pp. 155-161. FOUCAULT, M. História da Sexualidade. 13ª Ed. Rio de Janeiro: Graal, 1988. _____________ Microfísica do poder. 13ª Ed. Rio de Janeiro: Graal, 1979. FREYRE, G. Casa Grande & Senzala. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Ed. José Olympio, 1946. FURTADO, C. Formação Econômica do Brasil. 32ª Ed. São Paulo: Cia Editora Nacional, 2005. HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. 11ª ed. RJ: DP&A, 2006. MIYAMOTO, S. O Brasil e a comunidade dos países de língua portuguesa (CPLP. Revista Brasileira de Política Internacional, 2009, pp. 22-42. Disponível http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=35814269002 Acesso 11/8/2013. QUÉRÉ, L. De um modelo epistemológico da comunicação a um modelo praxiológico. Trad. por Lúcia Lamounier Sena e Vera Lígia Westin. Do original: "D'un modèle épistemologique de la communication à un modèle praxéologique". In: Réseaux, Paris: Tekhné, 1991. RODRIGUES, N. As raças humanas. São Paulo: Ed. Progresso, 1957. ROMERO, S. História da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Ed. José Olympio, 1943. SANTOS, B. S. Modernidade, identidade e a cultura de fronteira. Tempo Social. USP, SP, 1993, pp.31-52. Disponível em https://estudogeral.sib.uc.pt/handle/10316/11597 Acesso em 02/06/2014. SHOHAT, E, e STAM, R. Crítica da imagem eurocêntrica. São Paulo: Cosac Naify, 2006. SODRÉ, M. Claros e escuros: identidade, povo e mídia no Brasil. Petrópolis/RJ: Vozes, 1999. XAVIER, I. Prefácio. In: STAM, R & SHOHAT, E. Crítica da imagem eurocêntrica. São Paulo: Cosac Naify, 2006.   Disponível em: Url

  13. Valor da biodiversidade

    OpenAIRE

    Alho, CJR.

    2008-01-01

    Além do valor intrínseco da biodiversidade (a natureza funcionando como ela é; as espécies são o produto de longa história evolutiva continuada por meio de processos ecológicos e, desse modo, têm também direito à vida), a biodiversidade também desempenha papel fundamental como serviços do ecossistema, na manutenção de processos ecológicos. O valor econômico ou utilitário da biodiversidade se apóia na dependência do homem sobre a biodiversidade, produtos que a natureza supre: madeira, fibras, ...

  14. A REFORMA DA IGREJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vítor Galdino Feller

    2014-01-01

    Full Text Available O pontificado do papa Francisco trouxe à tona o tema da reforma da Igreja. Retoma-se essa causa que acompanha a história da Igreja desde os seus primórdios e que interessa a todos os membros do povo santo de Deus. O texto divide-se em quatro partes. Primeiro, faz-se um apanhado histórico dos anseios de reforma da Igreja, mostrando que, muitas vezes em instâncias subterrâneas, sempre houve o desejo e também ações concretas de renovação. Em seguida, apresenta-se como razão para a reforma da Igreja o anúncio e a realização do Reino de Deus, pelo qual é preciso que a Igreja se volte à concretude humana e histórica de Jesus de Nazaré, pela superação do apego ao poder e às estruturas religiosas. Num terceiro momento, trata-se do critério pelo qual se mede a realização e a veracidade da reforma da Igreja: a santidade de cada fiel e do povo cristão no meio do mundo. Por fim, conclui-se que o caminho para a reforma da Igreja está na escuta dos clamores do Espírito Santo, que fala na própria Igreja e no mundo através do sensus fidei dos fiéis, das Igrejas particulares, dos pobres, das mulheres e das realidades terrestres. ABSTRACT: The pontificate of Pope Francis brought to the surface the theme of reform of the Church. This essay takes up this cause that accompanies the history of the Church from its beginnings and concerns all the members of the holy people of God. The text is divided into four parts. First, it gives a historical summary of the yearnings for reform of the Church, showing that, in many instances subterranean, there has always been the desire and also the concrete actions of renewal. Following from this, the essay presents as the reason for the reform of the Church the proclamation and the realization of the Kingdom of God, whereby it is necessary that the Church return to the concrete human and historical Jesus of Nazareth, in order to overcome the addiction to power and to religious structures. In the

  15. O Tema da Cidadania

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Moreira

    2009-11-01

    Full Text Available Neste artigo tentaremos evidenciar a natureza pelo menos tripartida da cidadania que responde ao incontroladoglobalismo: uma que se confunde com os direitos humanos, exigentes querem seja o Estado o seu interlocutor,quer não exista tal interlocutor; outra que se insere na fenomenologia dos grandes espaços em formação, de que aUnião Europeia é exemplo, e a que o projecto da Constituição Europeia, agora em recolhimento de meditação, jáoferece o apoio de uma definição específica de direitos; e finalmente, a cidadania que diz respeito à relação com oEstado soberano em crise de redefinição, sobretudo, pelo que nos interessa, no espaço europeu.

  16. Fisiopatologia da enxaqueca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VINCENT MAURICE B.

    1998-01-01

    Full Text Available A fisiopatologia da enxaqueca ainda não foi completamente elucidada. As principais estruturas envolvidas parecem ser o sistema nervoso central (córtex e tronco cerebral, o sistema trigeminovascular e os vasos correspondentes, outras fibras autonômicas que inervam estes vasos, e os vários agentes vasoativos locais, como a SP, CGRP, NO, VIP, NPY, ACh, NA, NKA, entre outros. A depressão alastrante é o fenômeno neurológico que provavelmente justifica achados experimenais e clínicos na enxaqueca. Ela tem velocidade de propagação semelhante à aura, ativa o núcleo espinhal do trigêmeo e está relacionada à liberação de CGRP e NO. Alterações circulatórias detectadas por métodos complementares reforçam o papel da depressão alastrante. A identificação de anormalidades em pelo menos três loci (cromossomas 19 e 1 na enxaqueca hemiplégica familiar ocorreu recentemente. Elas estão relacionadas a anormalidades nos canais de cálcio voltagem dependentes tipo P/Q, específicos do sistema nervoso central, que regulam a liberação de vários neurotransmissores, incluindo possivelmente a serotonina. A exemplo de outras anormalidades neurológicas paroxísticas que resultam da hiperexcitabilidade da membrana plasmática, é possível que a enxaqueca ocorra devido a uma desordem de canais iônicos.

  17. Hepatotoxicidade da cianotoxina microcistina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa de Castro Leal

    2004-01-01

    Full Text Available Constitui interesse emergente em saúde pública avaliar a possibilidade de intoxicação humana por biotoxinas de algas cianofíceas, principalmente as hepatotoxinas do grupo das microcistinas. A microcistina, um heptapeptídeo monocíclico, é produzida principalmente pela cianobactéria Microcistis aeruginosa. São caracterizadas por alguns aminoácidos variáveis, dois deles com uma estrutura não usual que possuem importante papel na hepatotoxidade da microcistina. Apesar do acometimento humano atribuído as microcistinas incluírem gastroenterite, reações alérgicas ou irritativas, neurotoxicidade, o principal alvo da toxina é o fígado. Nos hepatócitos as microcistinas são carreadas pelo sistema transportador do ácido biliar, inibindo a atividade da proteína fosfatase no citoplasma. A inibição leva a mudanças morfológicas na membrana plasmática pela hiperfosforilação de citoqueratinas, e à atividade de promoção tumoral pelas proteínas hiperfosforiladas. Os métodos de detecção e quantificação de microcistinas no ambiente incluem a cromatografia líquida, o bioensaio em camundongos e os testes imunoenzimáticos. O último vem ganhando destaque pela praticidade e alta sensibilidade.

  18. Cartografia imaginada da Mangueira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Opipari

    2013-08-01

    Full Text Available Propomos nesse artigo percorrer os meandros da pesquisa de campo que realizamos, na cidade do Rio de Janeiro, com crianças moradoras do morro da Mangueira e integrantes de sua Escola de Samba. Focamos os desdobramentos teóricos forjados na elaboração coletiva de uma metodologia de pesquisa na qual, tendo a imagem como suporte e objeto de reflexão, deixamo-nos guiar pelos percursos que fizemos com algumas dessas crianças na montagem de dispositivos (desenhos, histórias e vídeo que permitiram traçar uma cartografia imaginada da Mangueira. Aprendizes de cartógrafos, seguimos as crianças, nossos guias, no labirinto de seu morro, deixamo-nos afetar pela intensidade de uma cor, a fragilidade de uma palavra, a poesia de uma história, compomos com eles um caleidoscópio, sempre precário, prestes a balançar na direção de outras imagens.

  19. Da natureza da computação à computação da natureza

    OpenAIRE

    Fiolhais, Carlos

    1992-01-01

    Referência bibliográfica: FIOLHAIS, Carlos – Da natureza da computação à computação da natureza. In TEODORO, Vítor Duarte, org. ; FREITAS, João Correia de, org. – Educação e computadores. 1.ª ed. Lisboa : Ministério da Educação, Gabinete de Estudos e Planeamento, 1992. (Desenvolvimento dos Sistemas Educativos). ISBN 9726142016. p. 189-196. "O computador conquistou por direito próprio um lugar na sociedade moderna. Encontra-se por todo o lado, nas mais diversas facetas da actividade humana....

  20. A utilização da teoria da aprendizagem significativa no ensino da Enfermagem

    OpenAIRE

    Alana Tamar Oliveira de Sousa; Nilton Soares Formiga; Simone Helena dos Santos Oliveira; Marta Miriam Lopes Costa; Maria Júlia Guimarães Oliveira Soares

    2015-01-01

    RESUMO Objetivo: sintetizar a produção científica acerca da Teoria da Aprendizagem Significativa no processo de ensino-aprendizagem em Enfermagem. Método: revisão integrativa realizada nas bases de dados MEDLINE, LILACS, SciELO, BDENF e CINAHL, com artigos que abordaram a temática ou aspectos da teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel. Fizeram parte da amostra dez artigos, sendo seis escritos no idioma português e quatro no inglês, publicados de 1998 a 2013. Resultados: cinco...