WorldWideScience

Sample records for da mulher agredida

  1. Violência doméstica contra a mulher: percepções sobre violência em mulheres agredidas

    OpenAIRE

    Thaísa Belloube Borin

    2008-01-01

    A violência doméstica contra a mulher é um fenômeno mundial que não se restringe a determinada raça, classe econômica, idade ou religião. As agressões são divididas em variados tipos como: psicológicas, físicas e sexuais, porém, no relacionamento abusivo, elas acontecem de forma sobreposta. Este estudou objetivou investigar as percepções de violência em mulheres agredidas por seus parceiros, como elas justificam a violência sofrida e quais são os efeitos disso na sua vida. Suas percepções sob...

  2. Repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Wendt dos Santos

    2011-08-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um tema complexo pela multideterminação de elementos de análises que nela convergem. Esta pesquisa objetivou caracterizar a repercussão da violência na mulher e suas formas de enfrentamento. O estudo foi exploratório-descritivo e adotou a metodologia qualitativa, sendo as participantes 10 mulheres agredidas que prestaram queixa em uma Delegacia da Mulher. A coleta de dados realizou-se por meio de entrevista semiestruturada, e para a análise dos dados utilizaram-se o software Atlas/ti 5.0 e a Teoria Fundamentada Empiricamente. Identificou-se a repercussão da violência na mulher por meio da insônia, da instabilidade emocional, da ideação suicida, do isolamento social e das estratégias de enfrentamento que foram focados no diálogo com amigos, familiares e colegas de trabalho; na busca de encontros sociais e no uso de medidas, tais como: tentativa de separação, saída de casa e denúncia. Considera-se que os dados obtidos subsidiam e qualificam intervenções e o atendimento de mulheres agredidas.

  3. O fenômeno da violência contra a mulher: tipificações e percepções

    OpenAIRE

    Pereira, Rita de Cássia Bhering Ramos

    2012-01-01

    A questão da Violência Doméstica, apesar de relatada há muito tempo, ganhou reconhecimento e entrou na agenda das políticas públicas brasileiras há pouco mais de duas décadas, pela crescente divulgação na mídia e avanço das pesquisas acerca desse tipo de fenômeno. No entanto, muitas mulheres ainda desconhecem as leis e os órgãos que a protegem, continuando, dessa forma, sendo agredidas em silêncio ; enquanto, outras denunciam o seu agressor e passam a arcar com as consequências da pós- de...

  4. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  5. A TRAJETÓRIA EDUCACIONAL E PROFISSIONAL DA MULHER ADMINISTRADORA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Gascho Volpato

    2006-12-01

    Full Text Available Através de uma pesquisa bibliográfica, pretende-se demonstrar sucintamente o processo pelo qual as mulheres passaram da invisibilidade social e cultural a participantes efetivas do mundo educacional e profissional, bem como apresentar uma pesquisa de campo realizada com os alunos e alunas da Escola Superior de Administração e Gerência (Esag, que buscou conhecer a visão dos futuros administradores acerca da mulher engajada na área executiva e que exerce cargos de chefia. Observou-se que, apesar do grande avanço no que tange ao reconhecimento social e da capacidade intelectual das mulheres, os estereótipos que as menosprezavam não desapareceram por completo. Mesmo que de uma forma mais branda, continuam presentes na mente das pessoas e servem para alimentar as desigualdades e inibir a aceitação das diferenças individuais.

  6. Imigração da Mulher Latina no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela Moreira Nascimento

    2017-06-01

    Full Text Available O presente artigo traz, de forma modesta, algumas reflexões sobre a mulher imigrante latina no Brasil. Apresenta o fluxo migratório como um movimento de geração de diferenças e identidades que exige nova base teórica e empírica para ser compreendido. Dessa forma, procura compreender o fenômeno da migração em outra base teórico-metodológica permitindo-nos investigar a condição da mulher imigrante no contexto social brasileiro como sujeito ativo, contrariando o estereótipo da mulher migrante como dependente e passiva.

  7. Maryam Mirzakhani : a primeira mulher vencedora da Medalha Fields

    OpenAIRE

    Martins, Maria do Carmo

    2015-01-01

    Este artigo apresenta uma breve biografia de Maryam Mirzakhani, a primeira mulher vencedora da Medalha Fields, prémio instituído desde 1936 e que é concedido de quatro em quatro anos a matemáticos com menos de 40 anos.

  8. O corpo da mulher contemporânea em revista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Moura Nascimento

    2012-08-01

    Full Text Available O corpo emergiu como "o mais belo objeto" na contemporaneidade, sob a regência do capitalismo. A sociedade de consumo, do espetáculo, do narcisismo são expressões da cultura contemporânea, que através da mídia influencia os hábitos de consumo e principalmente a subjetividade feminina. O corpo feminino é mostrado frequentemente na televisão e nas revistas femininas, como expressão do corpo-beleza. Para atingir os objetivos propostos neste artigo, que são investigar a influência da mídia na subjetividade feminina e investigar o lugar cultural criado à mulher e a seu corpo na contemporaneidade, foi utilizado o "método investigativo" da psicanálise. Uma revista feminina brasileira e uma propaganda (desta revista de um produto de uso exclusivo das mulheres foram escolhidas como objeto. Na análise, encontrou-se uma forte relação entre mercado consumidor, mulher, e consumo de si, o que demonstrou que o lugar criado à mulher é realmente a mídia, a publicidade e o mercado consumidor.

  9. O lugar da mulher é na política?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Reis Caseca Machado

    2015-06-01

    Full Text Available O nome atribuído a este artigo é provocativo e tem o intuito de apontar os caminhos trilhados nesta pesquisa. É que, mesmo diante de todo o avanço social, a mulher continua fazendo sua trajetória de vida indagando onde é o seu lugar, bem como é olhada pelos outros que também perguntam onde é o lugar dela. Este trabalho possui, então, o intuito de questionar e apontar os possíveis motivos pelos quais, no Brasil, as mulheres não participam ou participam pouco da política. Para tanto, faz uma abordagem em três eixos que nortearão todos os raciocínios: a mulher não participa porque não pode, porque não quer e, também, porque ninguém quer. Pretende chamar a atenção dos acadêmicos para a pouca participação da mulher na política e acerca da apatia geral e isso pode, de alguma forma, influenciar o cenário de participação feminina na seara política.

  10. Brasil Mulher e Nós Mulheres: origens da imprensa feminista brasileira Brasil Mulher e Nós Mulheres: origins of the feminist press in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosalina de Santa Cruz Leite

    2003-06-01

    Full Text Available Este artigo apresenta algumas reflexões sobre a imprensa feminista alternativa que surgiu no Estado de São Paulo, Brasil, na segunda metade dos anos 1970. Essa imprensa se tornou um espaço de expressão de uma linha política intimamente vinculada ao despertar das mulheres para as idéias feministas do período posterior à luta armada contra a ditadura no Brasil. Os jornais Brasil Mulher e Nós Mulheres retrataram, em seus artigos e editoriais, a luta pela anistia, pelas creches e pelas liberdades democráticas - todos símbolos da oposição contra o regime no período da ditadura militar. Além disso, eles incluíam matérias específicas, tais como violência doméstica, condições de trabalho das mulheres, direitos reprodutivos, aborto e sexualidade. Do ponto de vista do movimento popular e das organizações de mulheres, essa imprensa constitui, sem sombra de dúvida, uma fonte importante e ainda inexplorada para compreender o período considerado.This article presents some reflections about the feminist alternative press that appeared in the state of São Paulo, Brazil, in the second half of the 70's. The press was a space for expression of a special breed of politics that was closely linked to the awakening of women to feminist ideas in the period after the armed struggle against the Brazilian dictatorship. The journals Brasil Mulher and Nós Mulheres portray, in their articles and editorials, the fight for amnesty, for day nurseries, for democratic freedoms - all symbols of opposition against the regime in the era of military dictatorship. In addition they report on specific matters, such as, domestic violence, women's working-conditions, reproductive rights, abortion and sexuality. From the point of view of the popular movement and the women's organizations, the alternative press of women is without any doubt an important source, and still under-explored, for understanding the period considered.

  11. A identidade da mulher na modernidade Women's identity in modernity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josênia Antunes Vieira

    2005-01-01

    Full Text Available O artigo trata das mudanças na constituição da identidade da mulher diante das novas práticas discursivas, produto das modificações nas ordens do discurso, resultado da globalização da economia. Essas mudanças alteraram a vida e a intimidade das pessoas, modificando-lhes o modo de ser. Assim, as transformações das relações sociais trazem dificuldades para a construção identitária feminina. Para isso, o artigo discute, à luz da análise de discurso crítica, os tópicos: a construção social da identidade da mulher; o papel do sujeito; a tecnologia e a mídia como agentes fragmentadores da identidade da mulher; a espacialização no discurso feminino; o discurso do corpo na auto-realização identitária; a identidade da mulher diante das transformações da sexualidade; a construção da identidade do gênero feminino na família; a questão identitária e o ensino e, por fim, o trabalho como força estruturante da identidade feminina.This paper deals with changes in the constitution of women's identity in relation to new discourse practices. These are the result of changes in discourse orders due to economic globalization. These changes have altered people's lives and their intimacy, thus modifying their way of being. In this sense, changes in social relations have brought about difficulties in the construction of female identity. Thus, this article, based on critical discourse analysis, seeks to discuss the following issues: the social construction of women's identity; technology and the media as fragmentary agents in women's identity; spatialization in female discourse; the discourse of the body in identity self-realization; women's identity vis à vis transformations in sexuality; the construction of female identity in the family; the identity issue and education and, finally, the world of work as a structuring element in female identity.

  12. Qualidade de vida e depressão em mulheres vítimas de seus parceiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Gurgel Adeodato

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e depressão nas mulheres vítimas da violência doméstica; estabelecer o perfil socioeconômico da mulher agredida pelo parceiro e as particularidades das agressões sofridas. MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 100 mulheres que sofreram agressão de seus parceiros e que prestaram queixa na Delegacia da Mulher do Ceará. Foram aplicados três questionários: o primeiro visa a obter dados demográficos e sobre a violência sofrida; o segundo (GHQ-28, sobre a qualidade de vida em geral; e o terceiro (Beck, quantifica o grau de depressão. RESULTADOS: O perfil da mulher agredida é: jovem, casada, católica, tem filhos, pouco tempo de estudo e baixa renda familiar. Álcool e ciúme foram os fatores mais referidos como desencadeantes das agressões, tendo 84% das mulheres sofrido agressão física. Foi observado que 72% delas apresentaram quadro sugestivo de depressão clínica; 78% tinham sintomas de ansiedade e insônia; 39% já pensaram em suicídio e 24% passaram a fazer uso de ansiolíticos após o início das agressões. CONCLUSÕES: A análise dos dados sugere que a violência doméstica está associada a uma percepção negativa da saúde mental da mulher.

  13. MARIA, MODELO DE LIBERTAÇÃO DA MULHER?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inger Hjuler Bergeon

    1986-01-01

    Full Text Available Para responder à questão de saber como uma mulher protestante, vivendo num país industrializado como a Dinamarca, vê a Teologia da Libertação da América Latina, basear-me-ei sobre experiências concretas da vida dos pobres e sobre estudos teóricos da Teologia da Libertação. Os dois modos de aproximação estão unidos de maneira indissolúvel. Desde 1976, trabalhei com os "trapeiros de Emaús" (movimento fundado por Abbé Pierre, na França e na Dinamarca. Foi o que me abriu os olhos, por um lado para a situação dos marginalizados nos países da Europa Ocidental, e por outro para as relações entre países ricos e países pobres.

  14. Publicidade e ética: um estudo da construção da imagem da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Moraes Gonçalves

    2010-02-01

    Full Text Available O texto propõe uma reflexão sobre a ética da responsabilidade na publicidade veiculada nas revistas Claudia e Nova. Trata-se de uma pesquisa descritiva, resultante da leitura dos anúncios selecionados, subsidiada por teóricos da Análise do Discurso da linha francesa, que busca averiguar como a mulher é representada. Constatou-se que no contexto da sociedade contemporânea o retrato da mulher como sedutora ainda está presente, mesmo que em vários momentos ela apareça como protagonista de sua própria vida.

  15. Situação da Mulher na Astronomia Brasileira

    Science.gov (United States)

    Silva, Adriana V. R.

    2007-07-01

    O conteúdo desse texto surgiu de uma apresentação de mesmo título que fiz na XXXI Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em 2005. Esse tema foi inspirado originalmente pela minha participação no "2nd UIPAP International Conference on Women in Physics" realizado entre 23 e 25 de maio de 2005 no Rio de Janeiro. Essa é uma conferência internacional que acontece de três em três anos, sendo que a primeira ocorreu em 2002 na cidade de Paris, França. Participei dessa conferência como membro da delegação da Sociedade Brasileira de Física e um dos trabalhos que apresentei versava sobre a situação das mulheres na Astronomia brasileira, cujos resultados principais discorro a seguir. A situação das astrônomas, baseada nos dados dos sócios da SAB coletados no final de 2004, é comparada com a das físicas brasileiras e também com as nossas colegas americanas. Os dados identificam ainda uma maior evasão da carreira por parte das mulheres do que os homens. Alguns dos possíveis motivos da evasão são discutidos, como o desejo de constituir família e/ou isolamento. Resultados um tanto preocupantes com relação à distribuição de bolsas de produtividade do CNPq também são apresentados. As principais discussões e estratégias recomendadas nesse congresso são mencionadas de forma resumida ao final.

  16. Representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva da enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Maria Cezar Leal

    2011-06-01

    Full Text Available A violência contra a mulher constitui grave problema de Saúde Pública; ocorre no mundo inteiro em todas as classes sociais. O objetivo do estudo foi conhecer as representações sociais da violência contra a mulher na perspectiva de enfermeiras alunas de uma Escola Superior de Enfermagem de Lisboa/Portugal. Realizou-se pesquisa exploratória com respaldo das representações sociais, da qual participaram cento e cinquenta enfermeiras, sendo os dados coletados por meio de questionário. Para análise, utilizou-se o software DataVic 4.3. Resultados apontam que as representações sociais da violência contra a mulher estão restritas ao universo consensual pelo qual são produzidas, constituído, sobretudo, pela conversação informal e pela vida cotidiana. Apontam, também, que a violência não é entendida como um problema de saúde. Considera-se que o embasamento teórico sobre o tema e o envolvimento institucional dos Serviços de Saúde contribuirão para a inserção da violência contra a mulher na agenda da Saúde Pública.

  17. Consulta coletiva: o espaço da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulcéa Machado Martins

    1991-06-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido no S/CMS "Píndaro de Carvalho Rodrigues", Rio de Janeiro, 1988, por assistente social, nutricionista, enfermeira e médica. Teve como objetivos: melhorar a qualidade de atendimento; discutir os resultados dos exames, o tratamento e a importância do preventivo para a saúde da mulher; propiciar à mulher um fórum de discussões de suas questões; contribuir para a reciclagem dos profissionais, através da troca de experiências e de informações. A metodologia utilizada constou de agendamento para consulta subseqüente; avaliação dos resultados dos exames; estabelecimento da terapêutica; discussão coletiva dos resultados dos exames entre equipe e usuárias; discussão livre sobre temas de interesse das mulheres. Obtivemos como resultados: o aumento da oferta de consultas de primeira vez em 42,7%; do tempo de consulta em dez minutos por cliente; da cobertura de exame preventivo e de mamas; rastreamento de sífilis e gonorréia; melhora na qualidade do atendimento à mulher, enquanto ser integral: valorização de suas experiências e vivências, seja na discussão de queixas e problemas, seja na avaliação dos serviços de saúde. A relevância deste trabalho pode ser evidenciada no fato de ser uma experiência pouco comum, podendo servir como ponto de referência para a discussão sobre o aumento da oferta de consultas, aliado à qualidade no atendimento.This experience took place in a Medical Center, in Rio de Janeiro, in 1988. The group responsible for it included a social worker, a nutritionist, a nurse and a gynecologist. The aims were: to offer better health care; to discuss the importance, the results and the appropriate therapies of the Pap smear; to offer women an opportunity to meet and discuss their problems, experiences, desires, expectations; and to offer to the health professionals the opportunity to re-think their own practices. The methodology used was characterized by making appointments for

  18. Avaliação da qualidade de vida em mulheres com cancro da mama: Estudo exploratório com 55 mulheres angolanas

    OpenAIRE

    Duarte, Ilda da Conceição Afonso Sebastião

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde apresentada ao ISPA - Instituto Universitário Objetivo: Avaliar a QDV das mulheres angolanas, diagnosticadas com cancro da mama, tratadas no Centro Nacional de Oncologia (CNO)/Luanda e identificar o papel das variáveis sociodemográficas e clínicas, uma vez que as causas da observância desproporcional da morbimortalidade entre mulheres brancas e negras com essa doença, ainda não estão bem definidas, e as desvantagens apontadas na li...

  19. OS LUGARES DA MULHER NEGRA NA PUBLICIDADE BRASILEIRA

    OpenAIRE

    Winch, Rafael Rangel; Escobar, Giane Vargas

    2013-01-01

    Na sociedade pós-moderna, a publicidade ocupa um espaço de grande importância e influência.  Ela modela atitudes e comportamentos do mundo contemporâneo.  O presente artigo objetiva discutir como se estrutura a participação das mulheres negras neste meio de comunicação. Este estudo lança um olhar histórico sobre a presença dos negros em anúncios publicitários de épocas distintas, a fim de uma reflexão sobre a inserção da afrodescendente na publicidade de hoje.LAS UBICACIONES DE LA MUJER NEGRA...

  20. Os direitos da mulher à terra e os movimentos sociais rurais na reforma agrária brasileira

    OpenAIRE

    Deere,Carmen Diana

    2004-01-01

    Este artigo examina a evolução da reivindicação dos direitos da mulher à terra na reforma agrária brasileira sob o prisma dos três principais movimentos sociais rurais: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), os sindicatos rurais e o movimento autônomo de mulheres rurais. O mérito maior por levantar a questão dos direitos da mulher à terra é das mulheres dentro dos sindicatos rurais. Os direitos formais das mulheres à terra foram conseguidos na reforma constitucional de 1988, e ...

  1. Triste e Incompleta: Uma Visão Feminina da Mulher Infértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Trindade Zeidi Araujo

    2002-01-01

    Full Text Available Este artigo relata resultados de uma pesquisa que teve como objetivo investigar as representações sociais da infertilidade feminina, entre mulheres de diferentes estratos sociais. Foram entrevistadas 180 mulheres, com idade variando entre 18 e 40 anos, sendo 90 moradoras de bairros populares, e 90 moradoras de dois bairros considerados de classe-média. Cada grupo foi dividido em 3 subgrupos: a 30 mulheres casadas, com pelo menos um filho biológico; b 30 mulheres casadas há pelo menos 1 ano, sem filhos; c 30 mulheres solteiras, sem filhos. Para a coleta de dados utilizou-se a técnica de associação livre, tendo como expressão geradora "mulher que não pode ter filhos", além de perguntas específicas sobre a temática de interesse. Os dados mostraram como principais elementos do campo representacional tristeza, incompleta, frustração, cobrança dos outros, solidão, pessoa inferior, adoção, busca de soluções e não é problema, confirmando a permanência da concepção da infertilidade como uma condição estigmatizante para a mulher.

  2. Cancro e género: estilos de coping em homens com cancro da próstata e mulheres com cancro da mama

    OpenAIRE

    Antunes, Bárbara Costa Pereira

    2006-01-01

    O objectivo deste trabalho é estudar as influências do género no processo de lidar com o cancro em homens que têm cancro da próstata e mulheres que têm cancro da mama, e comparar posteriormente os processos de coping desses homens e mulheres, com os de outros homens e mulheres com diferentes tipos de cancro. A amostra caracteriza-se por 4 grupos, constituídos por: 60 mulheres com cancro da mama (MCM), 43 mulheres com outros tipos de cancro (MOC), 55 homens com cancro da próstata (HCP) e 64 ho...

  3. A REPRESENTAÇÃO DA MULHER LATINO-AMERICANA: DA LITERATURA PARA O CINEMA

    OpenAIRE

    de Amorim, Maria Inês Freitas; Universidade do Estado do Rio de Janeiro

    2015-01-01

    As obras do escritor colombiano Gabriel García Márquez são reconhecidas pela presença de personagens femininas fortes e pela representação de elementos da cultura latino-americana. Já a indústria cinematográfica de Hollywood costuma representar a mulher latino-americana a partir de estereótipos, sobretudo relacionados à sensualidade e submissas às vontades da voz masculina. O romance de García Márquez El amor en los tiempos del cólera foi adaptado para o cinema pela industria estadunidense, ...

  4. Conflitos armados e a agenda internacional: a questão da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iazana Matuella

    2017-10-01

    Full Text Available A violência contra a mulher é um debate antigo e possui reivindicações de mulheres, de forma organizada, há mais de um século. Porém, sua introdução como importante tema na agenda internacional foi recente e dependeu de um grande esforço de grupos de mulheres. Assim, esse artigo pretende analisar como os movimentos de mulheres, desde 1945, com a criação da Organização das Nações Unidas, influenciaram a incorporação da problemática da violência contra a mulher, principalmente em períodos de conflitos armados, pelo sistema internacional de proteção da pessoa humana, bem como a observância dessas diretrizes pelos Estados e Organizações Internacionais. O argumento aqui apresentado é que apenas a partir da década de 1990, com as Transnational Advocacy Networks (TANs efetivadas e pela consideração dos Direitos das Mulheres como um Direito Humano fundamental, foi que a temática recebeu a valoração que merecia na agenda internacional. Esse impacto escoou também para o âmbito dos conflitos armados, onde as mulheres são as mais impactadas e vulnerabilizadas. Portanto, diversas normas foram criadas a fim de eliminar a violência de gênero, e conclui-se que a principal falha se mantém na inobservância dessas diretrizes, tanto a nível estatal como internacional.

  5. Major Denice Santiago: uma mulher negra e feminista num lugar de poder da Polícia Militar da Bahia

    OpenAIRE

    Margarida Paredes

    2017-01-01

    A Major Denice Santiago foi uma das pioneiras da Polícia Militar da Bahia (PMBA), tendo ingressado em 1990 como sargenta nas primeiras turmas de praças e oficiais. Dois anos depois, foi admitida na primeira turma de oficiais para mulheres, ostentando hoje a patente de Major. Atualmente, também é uma das duas únicas oficiais da PMBA a ter quebrado o “teto de vidro” que impede a ascensão de mulheres em organizações dominadas pela “masculinidade hegemônica” e a ocupar um posto de comando na PM b...

  6. A ORGANIZAÇÃO DAS MULHERES ASSENTADAS NO PONTAL DO PARANAPANEMA: O Caso da OMAQUESP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Cristiane Valenciano

    2011-11-01

    Full Text Available A emergência da OMAQUESP (Organização de Mulheres Assentadas e Quilombolas do Estado deSão Paulo, como parte do movimento social envolvido na luta pela terra, nos desperta atenção, comênfase ao seu processo de formação e sua organização na região do Pontal do Paranapanema, bemcomo, os objetivos para os quais está voltada essa organização de mulheres trabalhadoras rurais.Nos propomos apreender os desdobramentos das atividades desenvolvidas pelas mulheres e a suaimportância para a construção de novas relações de gênero nos espaços de socialização, quaissejam, assentamentos que são atualmente, palco para o incremento de várias atividades praticadaspelas mulheres.

  7. Mulheres e islamismo: os casos do Egito e da Turquia

    OpenAIRE

    Valdecila Cruz Lima

    2012-01-01

    Esta pesquisa se insere no campo dos estudos sobre o mundo muçulmano, tendo como objeto as mulheres muçulmanas e sua presença nos movimentos islamistas, entendidos aqui como movimentos fundamentalistas, cuja ideologia política tem como núcleo a defesa das tradições do Islã e a crítica ao Ocidente. O objetivo central é o de investigar em que medida esses movimentos podem estar contribuindo para (ou obstruindo) uma possível emancipação das mulheres muçulmanas, definida essa emancipação por crit...

  8. Violência conjugal : estudo sobre a permanência da mulher em relacionamentos abusivos

    OpenAIRE

    Marques, Tania Mendonça

    2005-01-01

    Este trabalho foi desenvolvido em duas fases. A primeira teve como objetivo caracterizar as mulheres que sofrem violência conjugal e seus parceiros agressores e determinar a prevalência das diferentes queixas, tipos de violência e incidência penal. Para cumprir a primeira etapa, foi realizado um levantamento nos arquivos da Delegacia da Mulher Adida ao Juizado Especial Criminal e do Juizado Especial Criminal de Uberlândia. Foram examinados 876 registros encontrados nos Boletins de Ocorrênc...

  9. Preconceito e discriminação: as bases da violência contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Gomes da Silva

    Full Text Available A violência contra as mulheres não é recente na história da humanidade. Ela faz parte de um sistema sociohistórico que condicionou as mulheres a uma posição hierarquicamente inferior na escala de perfeição metafísica, produzindo um campo de força de relações assimétricas entre homens e mulheres em nossa sociedade. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é analisar como o preconceito, a discriminação e a intolerância constituíram predicativos da violência de gênero, trazendo para essa discussão a interpenetração de três módulos distintos: sexo/gênero, raça/etnia e classe social. Apesar dos altos índices estatísticos de violência contra as mulheres em todo o mundo e dos avanços sociais, políticos e jurídicos no combate à violência, defende-se a ideia de que o movimento dos direitos humanos ainda precisa encontrar instrumentos efetivos na promulgação da cidadania e dos direitos das mulheres.

  10. Enxaqueca e Estresse em Mulheres no Contexto da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Leonetti Correia

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo verificar a associação entre enxaqueca e estresse em mulheres, assim como examinar o melhor modelo de predição da enxaqueca, considerando variáveis pessoais e do contexto ambiental. A enxaqueca foi identificada pelo Teste de Cefaleia em 75 mulheres sem antecedentes psiquiátricos. O estresse foi avaliado por meio do Inventário de Sintomas de Stress para adultos. Paralelamente, foram avaliados: eventos vitais, nível socioeconômico e características da amostra. Verificou-se que 55% das mulheres apresentaram enxaqueca e 59% sintomas de estresse. O modelo de predição identificou que o estresse foi o único preditor da enxaqueca em mulheres. Os achados mostram associação entre enxaqueca e estresse, a qual precisa ser levada em conta na assistência à saúde da mulher.

  11. REPERCUSSÕES DA LEI MARIA DA PENHA NA VIDA DE MULHERES EM SALVADOR: PERSEGUINDO HISTÓRIAS DE VIDA

    OpenAIRE

    do Carmo, Juliana Reis; Passos, Elizete Silva

    2015-01-01

    O objeto de investigação da pesquisa é a repercussão da Lei Maria da Penha para a violência contra a mulher no município de Salvador /Ba. Se verificará em que medida as políticas públicas de defesa da mulher têm dado maior segurança a elas no enfrentamento da violência doméstica e familiar. Analisando questões referentes às políticas públicas e à sua imprescindibilidade para se garantir o exercício de direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, o artigo buscou uma perspectiva crítica sob...

  12. Mulheres empreendedoras: o desafio da escolha do empreendedorismo e o exercício do poder

    OpenAIRE

    Jonathan,Eva G.

    2011-01-01

    Este trabalho pretende fazer uma reflexão sobre a relação das mulheres com o poder. Isto é feito embasado em uma síntese de observações realizadas em diferentes estudos sobre o empreendedorismo feminino. Tendo em vista o desafio da escolha do empreendedorismo, analisa-se as motivações das mulheres para empreender, as consequências e as dificuldades enfrentadas, além das estratégias utilizadas para lidar com as demandas vinculadas à multiplicidade dos papéis femininos. O exame das característi...

  13. Os usos da nomeação mulher pescadora no cotidiano de homens e mulheres que atuam na pesca artesanal

    OpenAIRE

    de Oliveira Goes, Lidiane

    2008-01-01

    Este estudo pretende analisar os usos da nomeação mulher pescadora no que se refere ao reconhecimento profissional do trabalho feminino e à conquista de direitos no cotidiano da pesca artesanal. O referencial teórico e metodológico norteador é o das práticas discursivas e produção de sentidos, numa perspectiva construcionista. Também, são consideradas algumas reflexões teóricas acerca do trabalho feminino no setor pesqueiro. A nomeação mulher pescadora é, portanto, considerada ...

  14. Violência, mulheres e atendimento psicológico na Amazônia e no Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Madge Porto

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo desse estudo é conhecer como os psicólogos/as entendem questões referentes à identificação da violência contra as mulheres nos atendimentos que realizam e como explicam as motivações para que algumas delas permaneçam em relações mediadas pela violência. O estudo é de caráter exploratório, descritivo e qualitativo, e para a coleta de dados utilizou-se a internet. Foram obtidos 24 questionários online de psicólogos/as inscritos/as no CRP 01. Foi constatado que estes/as identificam a violência principalmente quando expressada verbalmente pela mulher agredida e que apenas duas utilizam instrumento especifico de identificação desse tipo de experiência chamado screening. Foram apontadas como as principais causas de algumas mulheres permanecerem em situações de violência as dependências econômica e emocional e ainda os ganhos secundários que elas poderiam obter nessas relações. Conclui-se que se faz necessário aprofundar os estudos sobre o papel dos psicólogos e da psicologia clínica no contexto da violência contra as mulheres.

  15. Tecnologia para o autocuidado da saúde sexual e reprodutiva de mulheres estomizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Ferreira Leite Ladislau Albuquerque

    Full Text Available RESUMO Objetivo: validar uma tecnologia do tipo cartilha impressa para o autocuidado na saúde sexual e reprodutiva de mulheres estomizadas. Método: estudo metodológico, com foco na construção e validação de cartilha impressa. O conteúdo da cartilha foi validado por 11 enfermeiros juízes especialistas, segundo o Índice de Validade de Conteúdo (CVI maior ou igual a 0,80. A aparência foi validada por 9 mulheres estomizadas segundo avaliação da dificuldade e da conveniência do material educativo. Resultados: a cartilha foi considerada válida segundo os especialistas, com média global de CVI igual a 0,87 e, segundo o público-alvo, com 100% de concordância quanto à adequação da organização, estilo da escrita, aparência e motivação da cartilha. Conclusão: a tecnologia educativa em questão foi validada segundo conteúdo e aparência, constituindo-se, portanto, em um recurso adequado, confiável e de fácil compreensão para a aquisição de conhecimentos sobre o autocuidado na saúde sexual e reprodutiva de mulheres estomizadas.

  16. Valores Pessoais das Mulheres Empresárias: Aplicação da Escala LOV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivana Carneiro Almeida

    2010-12-01

    Full Text Available O papel dos valores pessoais como padrões ou critérios que influenciam as escolhas dos indivíduos sugere o relacionamento dos valores com o comportamento. Com base neste entendimento, o conceito de valores humanos tem sido utilizado nas ciências sociais para entender diversos assuntos como o uso de mídia, comportamento religioso e político, as preferências e o comportamento do consumidor. Baseado nesta perspectiva, este estudo tem como objetivo analisar os valores das mulheres empresárias tendo como base a escala List of Values – LOV (Kahle et al., 1986. A administração da escala a uma amostra de mulheres empresárias permitiu verificar que os valores “Diversão”, “Sentido de realização” e “Respeito Próprio” foram aqueles que mereceram classificações mais altas. Através da analise de componentes principais extraíram três dimensões da escala: “Valores individuais” e “Valores Coletivos”. Sendo que o valor “Senso de Realização” a maioria das mulheres identifica como o muito importante. Portanto, o grupo de mulheres empresárias atribuiu diferentes graus de importância aos valores pessoais como guias de conduta em suas vidas. DOI: 10.5585/remark.v9i3.2181

  17. A MULHER NA POLÍTICA: UM ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO DA MULHER NAS ELEIÇÕES DE 2014

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Miranda Nogueira

    2016-04-01

    Full Text Available O tema desse artigo é apresentar os resultados da pesquisa sobre a origem do não cumprimento da lei de cotas de gênero nas eleições e a sub-representação da mulher nos poderes Legislativo e Executivo. Seu objetivo é mostrar que ao longo dos dezenove anos, a lei de cotas de gênero pouco alterou a representação da mulher na política, por isso entendemos que as leis por si só são ineficazes. Os recursos metodológicos utilizados (qualitativos e quantitativos nos forneceram dados importantes para algumas conclusões: a representação política da mulher é desvalorizada e desestimulada; há pouca compreensão política da lei de Cotas pelos partidos; a força do machismo dentro dos partidos, incluído os de esquerda, é muito forte; não há uma fiscalização mais atuante que faça uso de penalizações mais severas contra os partidos que burlam a lei de Cota; muitas mulheres são estimuladas a serem “laranjas” dos partidos. Essas primeiras conclusões nos certificaram que é preciso, além da lei de cotas, mobilizar a sociedade e debater sobre o papel da mulher na vida pública, para que a esfera política não continue dominada pela representação masculina e machista. 

  18. REPRESENTAÇÕES DA MULHER CABOCLA NA TV E NO CINEMA NACIONAL DA DÉCADA DE 1970

    OpenAIRE

    Gottwald Junior, Luis Alberto

    2015-01-01

    O cinema nacional produziu diferentes gêneros fílmicos na década de 1970, o que resultou em múltiplas representações da mulher atrelada ou não a uma perspectiva política e social. Essa pesquisa buscou mostrar que, apesar de não tão evidenciada quanto a indígena ou as afro-brasileiras, a mulher cabocla foi representada na TV e no cinema nacional de diferentes formas, através de filmes e novelas de cineastas e dramaturgoscomo Jorge Bodanzky, Orlando Senna (Iracema: uma transa amazônica, 1974) e...

  19. Delegacias de mulheres: política de enfrentamento e espaço de negociação da violência conjugal

    OpenAIRE

    Cavalcanti Santana de Melo, Delâine

    2007-01-01

    Esta dissertação tem como objetivo analisar os discursos de mulheres denunciantes, de profissionais que a atendem (policiais e psicóloga) e de representantes feministas militantes no Movimento de Mulheres de Pernambuco/Fórum de Mulheres de Pernambuco sobre a Delegacia da Mulher do Recife e sua relação com a rede de atendimento à mulher em situação de violência. Discutimos a violência contra a mulher como sustentada por uma sociabilidade alicerçada na cultura patriarcal, a partir da qual a ...

  20. A mulher na literatura: seus enquadramentos e a precariedade da emancipação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Cordeiros Lira

    2016-12-01

    Full Text Available A figura histórica feminino presente na literatura do século XVI, por exemplo, expõe um cenário literário sem representatividade feminina em suas obras. A composição da narrativa sobre a mulher estava a cargo de escritores homens, que insuficientemente versavam acerca das mulheres, mas que revelavam a exclusão e repressão feminina nos meios acadêmicos e sociais. Desta forma Virginia Woolf em “Um teto todo seu” traça panoramas históricos e sociais sobre a restrição do sexo feminino a literatura, tanto no acesso a leituras e a aprendizagem, fontes intelectuais que as embase e a liberdade cerceada socialmente de produzir no meio literário e acadêmico. Envolta em uma sociedade excludente, há fomento a uma construção social que desprivilegia a mulher como agente das escritas literárias, inviabilizando a sua emancipação intelectual ao longo da história. Calcado nestes elementos, a teoria do capital humano de Michel Foucault estabelece dialogo sobre as condições de subjugação patriarcal das mulheres, juntamente com o investimento em capital humano não ofertado a elas da mesma forma que aos homens na sociedade. Juntamente com a autora Judith Butler em “Vida precária, vida passível de luto”, há o questionamento teórico sobre o livro de Woolf acerca do enquadramento produzido por uma literatura sexista e excludente, que de forma rasa ou insuficiente via a mulher como um agente social, inferiorizando a sua existência.

  1. Mulher e Saúde: dialetizando o trabalho da enfermagem ambulatorial

    OpenAIRE

    Dora Mariela Salcedo Barrientos

    2002-01-01

    O presente trabalho teve como objetivos: identificar as percepções e as contradições das mulheres enfermeiras acerca das práticas sociais da enfermagem, analisar a prática das enfermeiras enquanto prática social na perspectiva de gênero materializada em seu cotidiano de trabalho; compreender os significados atribuídos pelas enfermeiras ao seu fazer profissional para subsidiar a transformação da prática junto às usuárias através da enfermagem generificada. Foi realizada uma pesquisa com perspe...

  2. Major Denice Santiago: uma mulher negra e feminista num lugar de poder da Polícia Militar da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarida Paredes

    2017-07-01

    Full Text Available A Major Denice Santiago foi uma das pioneiras da Polícia Militar da Bahia (PMBA, tendo ingressado em 1990 como sargenta nas primeiras turmas de praças e oficiais. Dois anos depois, foi admitida na primeira turma de oficiais para mulheres, ostentando hoje a patente de Major. Atualmente, também é uma das duas únicas oficiais da PMBA a ter quebrado o “teto de vidro” que impede a ascensão de mulheres em organizações dominadas pela “masculinidade hegemônica” e a ocupar um posto de comando na PM baiana, como comandante da Ronda Maria da Penha. Graduada em Psicologia, é Mestre em Desenvolvimento Territorial e Gestão Social pela UFBA. Em 2017, recebeu o Diploma Bertha Lutz, premiação do Senado Federal pela sua contribuição na defesa dos direitos das mulheres e políticas de gênero.

  3. Aplicação da Lei Maria da Penha nas delegacias de mulheres: O caso do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Abdala

    2011-10-01

    Full Text Available O artigo analisa a trajetória das queixas de violência conjugal prestadas por mulheres em cinco DEAMs do estado do Rio de Janeiro. São discutidos: o número de queixas realizadas e efetivamente transformadas em registros de ocorrência no período de 2005-2008; os diversos obstáculos encontrados pelas mulheres para tornar públicos os maus-tratos que sofrem e o impacto da sanção da Lei Maria da Penha no número de registros de ocorrência nessas delegacias. O estudo mostrou o risco que ainda hoje uma mulher corre quando decide denunciar a violência. Buscou-se também destacar o quanto à violência psicológica contra a mulher é naturalizada nas delegacias.  The article Application of the Maria da Penha Law at Police Stations for Women in Rio de Janeiro reviews the history of complaints of domestic violence reported by women in five DEAMs (special police stations for women in Rio de Janeiro state, Brazil. The study investigates the number of complaints made and effectively transformed into reports in the period 2005-2008, the various obstacles faced by women to make known the abuse they suffer and the impact of the sanctioning of the Maria da Penha Act on the number those reports. The study demonstrates the risk that women still run when they decide to report violence and the extent to which psychological abuse against women is naturalized in the police stations. Key words: domestic violence, complaints, Maria da Penha Act, Rio de Janeiro, police stations for women

  4. PERSPECTIVAS PARA A HUMANIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA REDE DE ATENDIMENTO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA: A CASA DA MULHER BRASILEIRA

    OpenAIRE

    Borges Vieira de Carvalho, Grasielle; UNIT; Bertolin, Patrícia Tuma Martins; UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE DE SÃO PAULO/SP

    2016-01-01

    A rede de enfrentamento à violência contra a mulher iniciou sua estruturação, principalmente, após a promulgação da Lei Maria da Penha, em 2006, com a elaboração do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à violência e o respectivo Plano Nacional. Após aproximadamente 10 anos da publicação da referia lei, a rede de proteção está sendo ampliada com a implantação do Programa do Governo Federal – “Mulher, Viver sem Violência”. Um dos eixos do programa é a implantação da Casa da Mulher Brasileira em to...

  5. Psicodinâmica da mulher trabalhadora de meia-idade em fase de pré-aposentadoria

    OpenAIRE

    Leão,Marluce Auxiliadora Borges Glaus; Gíglio,Joel Salles

    2002-01-01

    Este estudo analisa o processo de aposentar-se como um fenômeno de transição na meia-idade, investigando como uma mulher trabalhadora, com alto nível de qualificação profissional, vivencia a proximidade da aposentadoria e o que orienta suas expectativas de vida. Utiliza entrevista e procedimento de desenhos-estórias como técnica de investigação clínica da personalidade, analisando qualitativamente os dados à luz da Psicologia Analítica. Constata que, nessa mulher, a proximidade da perda da id...

  6. Avaliacao da seguranca de diferentes doses de suplementos de acido folico em mulheres do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar a distribuição da ingestão de ácido fólico e a segurança de diferentes doses de suplementos em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS Foram utilizados dados de consumo a partir de dois dias não consecutivos de registro alimentar de 6.837 mulheres em idade reprodutiva (19 a 40 anos participantes do Inquérito Nacional de Alimentação, módulo da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009. Médias e percentis de consumo habitual de folato natural e ácido fólico foram estimados utilizando o método do National Cancer Institute . Cinco cenários foram simulados somando-se diferentes doses diárias de fortificação (400 mcg, 500 mcg, 600 mcg, 700 mcg e 800 mcg ao ácido fólico oriundo dos alimentos consumidos pelas mulheres. Comparou-se o total de ácido fólico (dieta + suplemento com o nível máximo de ingestão tolerável (UL = 1.000 mcg para definir a dose segura de suplementação. RESULTADOS Mulheres com ingestão habitual de ácido fólico acima do nível máximo de ingestão tolerável foram observadas para doses de suplemento de 800 mcg (7,0% das mulheres. Abaixo desse valor, qualquer dose de suplementação mostrou-se segura. CONCLUSÕES O uso de suplementos de até 700 mcg de ácido fólico mostrou-se seguro.

  7. Mulheres da "Zona Grande": negociando identidade, trabalho e território

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Gonzaga Jayme

    Full Text Available Em Belo Horizonte, desde o começo do século XX, um quadrilátero localizado no centro da cidade, entre a estação de trem e a rodoviária, tem abrigado uma zona de baixo meretrício, a chamada zona grande. Atualmente, funcionam na região em torno de vinte hotéis, onde cerca de 2 mil mulheres atendem a seus clientes. Este artigo discute a relação entre identidade, trabalho sexual e território entre as mulheres dessa zona grande. Busca-se refletir também em que medida a construção de uma identidade profissional, de trabalhadoras do sexo, poderia contribuir para o empoderamento dessas mulheres, favorecendo uma organização que as habilite a reivindicar, entre outras questões, a sua permanência nesse local. Essa é uma região visada por políticas de intervenção urbana que buscam "higienizar" a área, retirando dali os hotéis e as pensões onde trabalham essas mulheres. A ideia, então, é incorporar à discussão de identidade a relação com o território.

  8. (Invisibilidade da violência contra as mulheres na saúde mental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Pedrosa

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi realizar um levantamento acerca da percepção, crenças e conhecimentos sobre violência contra as mulheres e políticas públicas em profissionais de saúde mental. Foram realizadas 12 entrevistas e, a partir da análise de seus conteúdos, foram criadas cinco categorias: “percepção das demandas apresentadas por homens e mulheres”, “experiência no atendimento a mulheres que sofreram violência”, “relação entre violência e saúde mental”, “conhecimento sobre a Lei Maria da Penha e políticas públicas para as mulheres” e “(desconhecimento da notificação compulsória da violência contra as mulheres”. Os profissionais apresentaram dificuldade para lidar com o tema, principalmente relacionada à notificação da violência e ao encaminhamento do caso. A atuação é baseada na intuição e não em conhecimentos teórico práticos.

  9. As mulheres como pilar da construção dos programas sociais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yumi Garcia dos Santos

    Full Text Available Este artigo analisa o modo como as políticas públicas voltadas para a saúde e a assistência social no Brasil se consolidam a partir da centralidade da atuação das mulheres pobres. Por meio de uma pesquisa qualitativa e de análise das trajetórias das usuárias e das agentes de ponta dos ditos "novos" programas sociais brasileiros, pretende-se mostrar que o sucesso que tais programas têm conquistado depende, em grande medida, da atuação dessas mulheres mediadoras dentro da lógica conservadora da divisão sexual do trabalho e da disposição feminina para o cuidado. Em particular, as agentes, em contraponto às usuárias, têm acesso à mobilidade social que as tira do confinamento na esfera privada pela sua presença no mercado de trabalho. No entanto, o maior ganho dessa mobilização feminina a baixo custo e de alta produtividade é direcionado às instituições gestoras dos "novos" programas sociais em questão, desde as organizações filantrópicas até os governos.

  10. A delegacia da mulher perante as normas e leis para o enfrentamento da violência contra a mulher: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lídio de Souza

    2014-06-01

    Full Text Available Este estudo analisa o funcionamento de uma Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam na cidade de Vitória (ES, considerando sua equipe de funcionários e infraestrutura. Os dados foram obtidos por meio de observações de campo e entrevistas individuais com os 14 funcionários da delegacia, analisados com base na "Norma Técnica de Padronização das Deams" e nas informações do relatório "Observe - Sobre as condições para aplicação da Lei nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha nas Deams". Houve coesão entre as respostas dos participantes, que destacaram: prejuízo em suas atividades decorrente da falta de funcionários; bom relacionamento entre os membros da equipe; e demanda por treinamento dos profissionais e por equipe psicossocial na Deam. Sobre a delegacia, foram feitas críticas à precariedade da estrutura física do prédio e dos equipamentos (viaturas, computadores, bem como à falta de apoio da Polícia Civil à Deam. Destaca-se a necessidade de investimentos na infraestrutura, na ampliação e qualificação da equipe, bem como na concretização da tríade prevenção/assistência/repressão, usualmente ignorada pelo Estado e órgãos responsáveis.

  11. Envelhecimento Digno: inserção da Mulher na Universidade Aberta para Terceira Idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Aparecida Pinheiro de Almeida

    2014-03-01

    Full Text Available As Universidades Abertas para Terceira Idade (UATI configuram-se como espaço de socialização e implementação de políticas de integração de questões do envelhecimento dentro dos preceitos estabelecidos pelo Plano de Ação Internacional de Madri, engajando-se em diálogo com a sociedade. Este estudo que trata da inserção da mulher na UATI verificou que as questões conceituais que despertaram maior interesse em uma abordagem sobre gênero, principalmente do estudo da questão do feminino na terceira idade, centraram-se na valorização da memória e da identidade.

  12. SABERES DE CURA: UM ESTUDO SOBRE PAJELANÇA CABOCLA E MULHERES PAJÉS DA AMAZÔNIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Betânia Barbosa Albuquerque

    2012-05-01

    Full Text Available Este artigo analisa os saberes que perpassam as práticas de cura presentes na pajelança cabocla na Amazônia, em especial, as de mulheres pajés. Tem como objetivos descrever os saberes e as práticas de cura de três mulheres residentes na cidade de Soure, na ilha do Marajó, Pará, bem como refletir sobre o papel da mulher no contexto religioso e simbólico da pajelança. Metodologicamente, o artigo resulta de uma pesquisa de campo e bibliográfica, com abordagem qualitativa, constando da análise de entrevistas narrativas com três mulheres. Teoricamente, o estudo se baseou em autores como Galvão (1955, Maués (1990; 1999, Cavalcante (2008, Montal (1986, entre outros. A pajelança ou xamanismo na Amazônia é uma prática, em geral, permitida somente aos indivíduos do sexo masculino. Entretanto, no município de Soure não há restrição da mulher no exercíco da pajelança, exercício esse que é perpassado por um arsenal de saberes que envolve o conhecimento das plantas curativas, do ritmo das águas, dos ciclos da lua e da natureza

  13. Vivência da mulher jovem com câncer de mama e mastectomizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thayse Gomes de Almeida

    2015-09-01

    Full Text Available ResumoObjetivo:O objetivo deste estudo foi compreender a vivência da mulher jovem diagnosticada com câncer de mama e mastectomizada.Métodos:Trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica, fundamentada no referencial heideggeriano. Após a aprovação do projeto pelo Comitê de Ética, foram realizadas entrevistas livres, guiadas pela seguinte pergunta norteadora: Como foi pra você ter câncer de mama e ser submetida à mastectomia? Participaram da pesquisa sete mulheres com idade entre 18 e 35 anos.Resultados:Foram obtidas três categorias temáticas: Vivência da descoberta do câncer; Vivência do tratamento em busca da cura do câncer; Vivência da superação do câncer.Conclusão:O fenômeno revela-se permeado de angústia e perplexidade diante do estar-no-mundo com câncer de mama, por desconhecer que um diagnóstico tão sombrio pode pertencer ao mundo do jovem.

  14. Interpretando evidências iconográficas da mulher ateniense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Vergara Cerqueira

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é apresentar um modelo de interpretação arqueológica da iconografia dos vasos áticos, levando em conta sua ambigüidade semântica, e sua oscilação entre abordagens realistas e idealista. Este modelo é aplicado para o estudo da situação da mulher na vida social da sociedade ateniense do período tardo-arcaico e clássico (séc. VI a V AEC.PALAVRAS-CHAVE:  Iconografia  –  Arqueologia da Imagem  – Grécia Antiga - Mulher.ABSTRACT:  The goal of this article is to present a model of archaeological interpretation of the Attic pottery iconography, considering its semantic ambiguity and the dichotomy of realistic and idealistic approaches. This model is applied for the study of the situation of the woman in the social life of the Athenian society in the late-archaic and classical periods (VI – V centuries BCE.KEY-WORKS:  Iconography  –  Archaeology of the Image –Ancient Greece – Woman

  15. "Da comadre para o doutor": a maternidade Climério de Oliveira e a nova medicina da mulher na Bahia Republicana (1910-1927).

    OpenAIRE

    Amaral, Marivaldo Cruz do

    2005-01-01

    160f. Da Comadre Para o Doutor – A Maternidade Climério de Oliveira e a Nova Medicina da Mulher na Bahia Republicana (1910-1927) discute o processo de medicalização do parto na Bahia, problematizando os discursos médicos, suas prescrições e perspectivas de mudança no comportamento da sociedade, bem como, as mães baianas frente à nova medicina da mulher, que as tornava passíveis de controle social. Esta pesquisa insere-se no contexto da Bahia republicana do inicio do século XX, momento em q...

  16. Aspectos da flexibilidade de mulheres com síndrome de fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Bezerra de Almeida

    2015-02-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n2p238   Exercícios físicos em mulheres com síndrome de fibromialgia (SFM têm apresentado efeitos na força e potência aeróbica, contudo, os resultados acerca da flexibilidade têm sido controversos. Além disso, os estudos têm avaliado articulações específicas ou testes que envolvam apenas um único movimento corporal. Objetivou-se comparar o perfil de flexibilidade global de mulheres acometidas pela SFM e assintomáticas a partir de um protocolo de teste mais abrangente quanto ao número de movimentos e articulações envolvidas. Participaram da pesquisa 30 mulheres divididas em dois grupos: assintomáticas (n = 15; 50,2 ± 8,2 anos; 63,0 ± 9,6 kg; 157 ± 6 cm e fibromiálgicas (n = 15; 47,3 ± 9,4 anos; 61,9 ± 12,2 kg; 159 ± 7 cm. A flexibilidade medida pelo Flexiteste foi avaliada pelo índice global de flexibilidade (flexíndice e pelos cinco índices de variabilidade da mobilidade articular: intermovimentos (IVIM, intra-articulação (IVIA, flexão-extensão (IVFE, entre segmentos (IVES e distal-proximal (IVDP. Todos os índices foram calculados com base nos resultados dos 20 movimentos do flexiteste. Não houve diferença no flexíndice entre os grupos (44,4 ± 3,7 vs 45,7 ± 4,1 pontos, para assintomáticas e fibromiálgicas respectivamente; p=0,379; IC95% = -4,2 a 1,6. A maioria da amostra (83% apresentou nível de flexibilidade considerado na média da população para o gênero feminino e para cada faixa etária específica. Entre os índices de variabilidade da mobilidade articular apenas o IVIM apresentou diferença significativa. Mulheres assintomáticas e fibromiálgicas apresentam níveis globais de flexibilidade similares, mas com perfis diferentes.

  17. Mulheres soropositivas: a visibilidade e a invisibilidade da representação social da Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kern, Francisco Arseli

    2003-01-01

    Full Text Available O presente artigo compõe-se de uma síntese de Relatório de Pesquisa, estudo desenvolvido junto a mulheres soropositivas e/ou doentes de Aids. Versa sobre a visibilidade e a invisibilidade dos sintomas de vida e de morte em meio aos processos sociais construídos a partir de relações das mulheres soropositivas junto à rede social de apoio.

  18. Mulheres soropositivas: a visibilidade e a invisibilidade da representação social da Aids

    OpenAIRE

    Kern, Francisco Arseli

    2003-01-01

    O presente artigo compõe-se de uma síntese de Relatório de Pesquisa, estudo desenvolvido junto a mulheres soropositivas e/ou doentes de Aids. Versa sobre a visibilidade e a invisibilidade dos sintomas de vida e de morte em meio aos processos sociais construídos a partir de relações das mulheres soropositivas junto à rede social de apoio.

  19. Estratégias de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Altino Delarmelindo

    2013-04-01

    Full Text Available Este artigo é parte de uma pesquisa qualitativa mais abrangente que utilizou como referencial teórico-metodológico a Grounded Theory e o Interacionismo Simbólico, resultando no modelo teórico denominado Entre o sofrimento e a esperança: a reabilitação da incontinência urinária como componente interveniente. Com a intenção de comunicar todo o conhecimento produzido, apresenta-se parte desse modelo, referente ao processo de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres sem perspectivas de acesso ao tratamento cirúrgico, após falha dos procedimentos conservadores. Ao inter-relacionar os componentes (categorias e subcategorias relativos à experiência dessas mulheres, buscando compará-los e analisá-los para compreender a interação entre eles, notou-se vulnerabilidade moral e psicossocial no movimento da experiência do grupo, suscetibilizando-o a riscos à saúde e ao comprometimento da qualidade de vida. Pesquisas são necessárias para aprofundar a compreensão de experiências em que haja barreira ao tratamento cirúrgico por descrédito do profissional médico sobre sua efetividade.

  20. Influência da dor no controle postural de mulheres com dor cervical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Soares

    2013-03-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n3p371 O objetivo foi verificar a influência da dor no controle postural de mulheres com dor cervicale a relação com as possíveis alterações nos sistemas sensoriais e postura corporal.O grupo dor cervical foi composto por mulheres, entre 20 e 50 anos, com dor cervicalpor mais de três meses e o grupo controle por 20 mulheres sem dor cervical. Para caracterização, utilizaram-se anamnese, índice de incapacidade cervical e Escala Visual Analógica. O equilíbrio postural foi avaliado por uma plataformade força. O equilíbrio com manipulação dos sistemas sensoriais foi avaliado pela posturografia dinâmica Foam-laser, expondo o indivíduo a seis testes de organização sensorial. A postura foi avaliada pelo Software de Avaliação Postural. Normalidade das variáveis verificada pelo teste de Shapiro Wilk etestes t de Student e Mann Whitney para comparação entre grupos, nível de significânciade 5%. Os grupos apresentaram homogeneidade nas variáveis demográficas. No equilíbrio postural, observou-se maior amplitude e velocidade de deslocamento do centro de pressão no grupo dor cervical, demonstrando maior oscilação postural. Houve diferença significativa no ângulo crâniovertebral, mostrando anteriorização da cabeça nas mulheres sintomáticas. Na posturografia dinâmica,observou-se diferença entre os grupos sendo que o escore obtido nas seiscondições sensoriais demonstrou que o grupo dor cervical apresentou maior comprometimento do equilíbrio. Dor cervical e postura anteriorizada da cabeçatêm efeito deletério no controle postural de mulheres sintomáticas, tanto na postura estática quanto na postura dinâmica.

  1. Características das mulheres violentadas sexualmente e da adesão ao seguimento ambulatorial: tendências observadas ao longo dos anos em um serviço de referência em Campinas, São Paulo, Brasil Characteristics of women victims of sexual violence and their compliance with outpatient follow-up: time trends at a referral center in Campinas, São Paulo State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Tadayuki Oshikata

    2011-04-01

    Full Text Available A violência sexual é um crime praticado contra a integridade e a liberdade sexual de uma pessoa. Atinge mulheres de todos os níveis socioeconômicos, e o agressor não escolhe a cor e nem a idade da vítima para agredi-las. É causa de elevado custo financeiro ao país e grave problema de saúde pública. Este estudo teve como objetivo avaliar a evolução da adesão de mulheres vítimas de violência sexual ao seguimento ambulatorial, as quais foram atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre janeiro de 2000 a dezembro de 2006. Observamos um aumento significativo no retorno às consultas agendadas. Em 2000, 41% das mulheres completavam o seguimento de seis meses, e, em 2006, o índice aumentou para 70%. Cerca de 70% das mulheres compareceram nas primeiras 24 horas após serem agredidas; a agressão por conhecidos triplicou ao longo dos anos. Houve mudanças na forma de intimidação e diminuição significativa na prescrição da anticoncepção de emergência.Sexual violence is a crime against individual integrity and sexual freedom. It affects women of all socioeconomic levels, and the perpetrator does not choose the victim's color or age. It is a source of high financial cost and a serious public health problem in Brazil. The current study aimed to assess compliance with outpatient follow-up by women victims of sexual violence treated at the Center for Women's Comprehensive Healthcare at the State University in Campinas, São Paulo State, from January 2000 to December 2006. We observed a significant increase in the return for scheduled appointments. In 2000, 41% of the women completed the six-month follow-up, and by 2006 the proportion had increased to 70%. Some 70% of the women appeared for treatment within 24 hours after being raped. Sexual assault by perpetrators known to the victims tripled during this same period. There were changes in the forms of intimidation and a

  2. A CPMI da Violência Contra a Mulher e a Implementação da Lei Maria Da Penha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Hein de Campos

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo analisa as conclusões da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Violência contra a Mulher, criada pelo Congresso Nacional Brasileiro em 2012, no que tange à aplicação da Lei Maria da Penha. Após um ano e meio de trabalho, o relatório da CPMI apontou a fragilidade das políticas públicas de enfrentamento à violência contra mulheres e os obstáculos na implementação da Lei Maria da Penha, dentre os quais, destacam-se: a precariedade da rede de serviços e o reduzido número de juizados especializados em atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar; o descumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal que proíbe a aplicação da suspensão condicional do processo; a resistência de operadores/as do direito em entender a proposta da nova lei e romper com a lógica familista e o insuficiente orçamento para o desenvolvimento e a manutenção das políticas públicas de enfrentamento a essas situações de violência. A análise do relatório da CPMI permite concluir que os estados brasileiros investem muito pouco em políticas públicas específicas e que a implementação integral da Lei Maria da Penha depende de uma nova compreensão jurídica, da articulação entre os poderes públicos e de uma política orçamentária de gênero.

  3. Um fim à negligência em relação aos problemas da mulher negra!

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Jones

    2017-10-01

    Full Text Available O artigo é a tradução de um ensaio publicado originalmente em 1949, pela intelectual e ativista negra Claudia Jones na revista Political Affairs. No ensaio, Jones demonstra as origens e as múltipmas dimensões da dinâmica do sistema de opressão a que eram submetidas mulheres negras e critica a inabilidade dos comunistas estadunidenses em mobilizá-las. Ao argumentar que as mulheres negras compunham a fração superexplorada da classe trabalhadora, a autora as posiciona como parecela central da militância internacional contra o fascismo e o imperialismo.

  4. O trabalho da mulher e as negociações coletivas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Sanches

    2003-12-01

    Full Text Available MUITOS motivos têm levado a mulher para o mercado de trabalho: a emancipação feminina e a opção por um projeto profissional, o desemprego ou a perda de renda do cônjuge e o crescimento do número de mulheres chefes de famílias. Este ingresso da mulher no mercado de trabalho, no entanto, não tem sido fácil, devido à conjuntura político-econômica dos últimos anos, que tem criado muitas barreiras para todas as pessoas que procuram ocupação. Outras adversidades, porém, agravam ainda mais a situação da participação feminina no mercado de trabalho. Traduzidas em diversas formas de discriminação, revelam-se por meio de baixos salários, ocupação de postos precários, discriminação na contratação e ascensão, desemprego. Para mostrar essa inserção diferenciada da mulher do mercado de trabalho, o Dieese reuniu e analisou os resultados das negociações coletivas no pa��s, de 1996 a 2000, sob o enfoque da questão de gênero. Os resultados mostram o quanto ainda é necessário caminhar para condições mais igualitárias entre os sexos e a importância da negociação coletiva na regulamentação das relações de trabalho.FOR MANY reasons, women go to the labour market: emancipation, leading to professional plans; income loss due to spouse's unemployment or other changes; increases in the number of women heading families. However, it has been an uneasy transition, as in the current conjunctural context people looking for a job are experiencing all sort of barriers. Another dificulties even worse women conditions in the labour market. They have to do with gender discrimination, which leads to low salaries, inequality in employment access and opportunities, unemployment. To better show this situation, Dieese gathered and analysed the results of collective bargaining in our country, from 1996 to 2000, in the gender context. The results show how far from equality we are referring to gender issues, and the relevance of

  5. O custo da cura: vivências de conforto e desconforto de mulheres submetidas à braquiterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Míbsam Lysia Carvalho Alves Soares

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Descrever as vivências de conforto e desconforto de mulheres que se submeteram à braquiterapia para tratamento de câncer do colo uterino. Métodos: Estudo qualitativo, desenvolvido em 2013, embasado na Teoria do Conforto de Kolcaba e realizado por meio de entrevistas semiestruturadas com oito mulheres que concluíram o tratamento há, no mínimo, seis meses. Resultados: Sobressaíram os seguintes desconfortos: dor do procedimento e dos efeitos pós-tratamento, no contexto físico; medo do desconhecido e do sofrimento, falta de acompanhante, estresse por sentir-se constrangida durante o tratamento, baixa autoestima e trauma psicológico pós-terapia, no contexto psicoespiritual. As medidas de conforto consistiram no diálogo com o profissional, administração de medicações e uso da fé e espiritualidade. Conclusão: Os resultados oferecem subsídios para a prática de profissionais de saúde em relação aos confortos e desconfortos que merecem ser alvo de intervenções na assistência à mulher com câncer.

  6. INFLUÊNCIA DA LASERTERAPIA NA DOR E QUALIDADE DE VIDA EM MULHERES COM FIBROMIALGIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Canevari Dutra da Silva

    2015-01-01

    Full Text Available A fibromialgia é uma síndrome dolorosa, não inflamatória, cujo principal sintoma é a dor crônica musculoesquelética generalizada, causando um impacto negativo na qualidade de vida destes pacientes. O objetivo deste estudo foi investigar a influência da laserterapia na dor e qualidade de vida em mulheres com fibromialgia. Participaram do estudo 9 mulheres com diagnóstico confirmado de fibromialgia, as quais foram submetidas a 10 sessões consecutivas com laser 830nm e dosimetria de 5 J/cm² aplicado apenas nos tender points dolorosos à palpação digital. Foi realizada a avaliação da intensidade da dor, antes e após a intervenção com laserterapia, utilizando a escala visual analógica (EVA e, para avaliar qualidade de vida, foram utilizados dois questionários, o Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36 e o Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, sendo realizados antes e após o tratamento com laserterapia. Na avaliação da intensidade da dor através da EVA, não foi observado diferença significativa após o tratamento (p=3,03. Em relação ao SF-36, houve diferenças estatisticamente significantes do escore geral (p=0,018 e observaram-se diferenças estatisticamente significantes nas variáveis dor (p=0,032 e estado geral de saúde (p=0,027. No FIQ, o escore geral apresentou diferença estatisticamente significante, sendo (p=0,002 e, em relação às variáveis do FIQ, houve diferença estatisticamente significante no bem estar (p=0,007, dificuldade no trabalho (p=0,048, dor (p=0,000, rigidez (p=0,033 e sono (p=0,021. Foi observado que a intervenção fisioterapêutica com laserterapia promove melhora da dor e da qualidade de vida de mulheres com fibromialgia.

  7. Menina mulher da pele preta - projeto de série televisiva que discute questões de gênero e raça ligados a mulher negra

    OpenAIRE

    Renato Candido de Lima

    2011-01-01

    Esta dissertação em mestrado consiste na construção dramatúrgica de um projeto de série televisiva que dialoga questões de gênero e raça atrelados a representação da pessoa negra no audiovisual brasileiro. \\"Menina Mulher da Pele Preta\\" é o nome desta série e ela desenvolve cinco histórias de cinco mulheres negras protagonistas de diferentes idades com suas cinco diferentes realidades sociais e contextos. Seu título dialoga com a música \\"Essa Menina Mulher da Pele Preta\\" composta pelo cant...

  8. Desenvolvimento e igualdade de gênero: avanços e desafios no enfrentamento da violência contra a mulher

    OpenAIRE

    Grossi, Patrícia Krieger; Vincensi, Jaqueline Goulart; Almeida, Sônia Maria A. F; Pedersen, Jaina Raqueli

    2012-01-01

    Este artigo tem por objetivo destacar a importância de políticas públicas de enfrentamento á violência contra a mulher e da Lei Maria da Penha a partir do olhar dos gestores das políticas de assistência social, coordenadores das Políticas de Mulheres e profissionais que atuam em Centros de Referência de Mulheres, Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) e mulheres em atendimento em municípios do Estado do Rio Grande ...

  9. Voz da natureza e da mulher na Resex de Canavieiras-Bahia-Brasil: sustentabilidade ambiental e de gênero na perspectiva do ecofeminismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jhader Cerqueira do Carmo Carmo

    2016-05-01

    sociais entre homens e mulheres. Do ponto de vista do ecofeminismo, visou-se estabelecer uma análise da figura da mulher e da natureza na Reserva Extrativista de Canavieiras - BA, tomandose por base experiências de natureza etno-metodológica. De acordo com os levantamentos realizados, a unidade de conservação estudada possui grande tendência à insustentabilidade seja na performance de suas atividades extrativistas junto à natureza, seja no tratamento com as mulheres, isto é, ao ‘silenciamento’. Todavia, analisa-se, também, a maneira peculiar como esta situação tem sido transcendida, por meio do empoderamento feminino das extrativistas da reserva em consonância com a extensão da universidade

  10. Percepção da condição de saúde entre mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli V. Mamede

    1993-06-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que objetivou verificar como um grupo de mulheres de baixa renda identificava sua condição de saúde. Foram entrevistadas 42 mulheres individualmente e a análise feita através do conteúdo de suas falas. Foi possível identificar que o conceito de saúde para esse grupo de mulheres está ligado à atividade física, ao sentido da vida, como também à ausência de doença. A tristeza, dor, desânimo, desconforto e medo de dependência foram os principais motivos alegados pelas mulheres que se percebiam como doentes. Discute-se a importância destes achados na prestação de assistência orientada para a saúde.

  11. A arte de ser Beija-Flor na tripla jornada de trabalho da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Vieira

    2013-06-01

    Full Text Available Com presença expressiva no mercado de trabalho, as mulheres vêm ampliando continuamente sua participação nos mais diversos cargos e funções, no entanto continuam sendo as principais responsáveis pelas atividades do lar e pelo cuidado dos filhos. A situação agrava-se com a crescente demanda por qualificação, exigindo que essas trabalhadoras cumpram, muitas vezes, três jornadas de trabalho: profissional, familiar e educacional. Este estudo teve como objetivo analisar os mecanismos de dominação refletidos nas ações de mulheres que "conciliam" as atividades profissionais, o cuidado com a família e as exigências da educação continuada, utilizando como referência principal o trabalho de Pierre Bourdieu. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados ocorreu através de entrevista, buscando obter as histórias orais temáticas de cinco mulheres. Os relatos foram submetidos à técnica de análise do conteúdo e os resultados revelam que a busca pela qualificação deriva da preocupação com a empregabilidade e que a disputa profissional está ligada não apenas ao gênero, mas também à concorrência com profissionais mais jovens. Apesar de as mulheres fazerem referência ao início de uma revisão da divisão sexual de tarefas do lar, a empregada doméstica ainda se revela fundamental nesse processo de delegação e de conciliação. Para se dedicar aos estudos, elas abdicaram do lazer, não como um sacrifício, mas sim como um ato de nova significação das coisas. Tal qual beija-flor, que conjuga trabalho e reprodução das espécies botânicas, elas esperam conciliar as jornadas com rapidez, mas também com graça e leveza.

  12. Avaliação da associação da osteoporose com o equilíbrio postural em mulheres pós-menopausa

    OpenAIRE

    Guilherme Carlos Brech

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: A incidência da osteoporose vem aumentando, assim como as quedas e as fraturas relacionadas. O objetivo geral do presente estudo foi avaliar o equilíbrio postural de mulheres pós-menopausa com e sem osteoporose lombar. O objetivo específico foi avaliar a correlação entre o grau de cifose torácica e a dosagem de 25 OH vitamina D com o equilíbrio postural em mulheres pósmenopausa com osteoporose lombar. MÉTODOS: Foram avaliadas 126 mulheres pós-menopausa entre 55-65 anos, divididas ...

  13. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: ANÁLISE DA IDENTIDADE DE MULHERES QUE SOFREM VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Barbosa Vigário

    2014-12-01

    Full Text Available A violência, como um fenômeno social, é historicamente presente no cotidiano das relações sociais, é intrínseca ao processo civilizatório e é manifestada de diferentes formas. A violência nas relações entre parceiros expressa a dinâmica de afeto e poder e, em sua maioria, denuncia relações de subordinação e dominação. É em grande parte, direcionada contra a mulher, independente de sua posição social ou do grau de desenvolvimento econômico. Este trabalho foi realizado na Delegacia de Polícia Civil de Goiandira – GO e realizou a análise da identidade de mulheres na relação de violência com seus parceiros, identificando valores e processos identitários nas circunstâncias e dinâmicas cotidianas dos atores envolvidos. Para isso, utilizou-se como metodologia a pesquisa-ação, a qual teve como instrumentos de coleta de dados o Diário de Campo, a escuta Terapêutico-Educativa, balizada pela intervenção psicossocial. O resultado dessa análise nos aponta para as dificuldades apresentadas pelas mulheres que sofrem violência doméstica em exercitar a capacidade de conduzir sua própria vida, em construir novas identidades e entender que a violência de gênero deve ser combatida através da desconstrução relações de desigualdade entre homens e mulheres e as reestruturando nos campos afetivo, valorativo e operativo, possibilitando transformação das relações sociais.

  14. Violência contra a mulher, coesão familiar e drogas Violence against women, family cohesion and drugs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Moreira Rabello

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a associação entre coesão, adaptabilidade e risco mental familiar com violência física contra a mulher e uso de drogas. MÉTODOS: Estudo tipo caso-controle pareado realizado entre 2004 e 2005 na cidade de João Pessoa, Paraíba. A amostra foi constituída por 260 mulheres, divididas em 130 agredidas e 130 não agredidas. O grupo caso foi constituído de mulheres que prestaram queixa por agressão física doméstica na Delegacia Especializada da Mulher. O grupo controle foi pareado com mulheres vizinhas de bairro das vítimas queixosas na Delegacia. A coesão, a adaptabilidade e o risco mental foram avaliados pela escala Family Adaptability and Cohesion Evaluation Scales. Na análise estatística, foram utilizados os testes qui-quadrado e Exato de Fisher, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os dois grupos se comportaram de forma diferente em relação ao risco mental e coesão, mas semelhantes quanto à adaptabilidade familiar (p=0,0917. As mulheres agredidas apresentaram risco mental alto (43,1% e médio (39,2%, diferentemente das não agredidas (p=0,0016, que apresentaram médio risco (55,4%. Houve diferença significativa entre os dois grupos para o uso de drogas, com consumo maior nas famílias das mulheres agredidas (90,8% do que das não agredidas (56,9%. A droga mais utilizada foi o álcool, sendo o mais alto fator de risco para a agressão, quando consumido diariamente (OR=37,33 ou associado a outra droga (OR=29,56. CONCLUSÕES: O desequilíbrio pela falta de união entre a família e o uso de drogas altera decisivamente no funcionamento familiar, podendo gerar conflitos e agressões domésticas.OBJECTIVE: To evaluate the association between cohesion, adaptability and mental risk in families, physical violence against women and the use of drugs. METHODS: Data for this paired case-control study was collected in 2004 and 2005 in the city of Joao Pessoa, in Northeastern Brazil. The sample included 260 women

  15. Lugar de mulher: uma cartografia da construção discursiva da liberdade nas revistas femininas

    OpenAIRE

    Lôbo, Carolina Cerqueira

    2015-01-01

    Esta pesquisa investiga como as enunciadoras das revistas femininas estão lidando com os discursos que visam equilibrar a jornada de trabalho e a possibilidade de abandoná-lo em função da dedicação ao lar. Nosso objetivo é compreender a tensão entre lar e trabalho no universo feminino, bem como entre os papéis estabelecidos: mãe, esposa e rainha do lar versus a mulher bem sucedida profissionalmente. Buscamos desvendar os contratos de comunicação entre enunciador (revista) e enunciatária (leit...

  16. FACES DO FEMININO SAGRADO: O ARQUÉTIPO DA MULHER SELVAGEM

    OpenAIRE

    Martins, Camila Alves

    2006-01-01

    As imagens do feminino sagrado encontram-se apagadas diante da formação do poderio masculino, por isso, a busca de um espaço de integração entre o princípio feminino e o masculino se faz necessária. O trabalho é uma pesquisa teórica e qualitativa dividida em três capítulos que retrata uma analogia entre o arquétipo da Mulher Selvagem , a figura mítica de Lilith, e a personagem bíblica de Maria Madalena. Na historicidade dos relatos míticos percebemos uma imagem demonizada das ...

  17. Como morre uma mulher? : configurações da violência letal contra mulheres em Pernambuco

    OpenAIRE

    Gomes, Ana Paula Portella Ferreira

    2014-01-01

    Esta tese tem como tema os homicídios de mulheres em Pernambuco e seu objetivo foi compreender e analisar as dinâmicas sociais que produzem este tipo de violência. O objeto do estudo foi o conjunto das situações as mulheres são assassinadas, mas, para isso, foi necessário também observar o conjunto das situações de homicídios de homens, para não tomar como específico aquilo que é comum aos dois grupos populacionais. Para isso, realizou-se análise comparativa para identificar as situações nas ...

  18. Mulheres internadas por agressão em um hospital de pronto socorro: (invisibilidade da violência Mujeres internadas por agresión en un hospital de emergencia: (invisibilidad de la violencia Women interned due to aggression at an emergency hospital: (invisibility of violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Mazza Ilha

    2010-06-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo do tipo transversal, com o objetivo de caracterizar a hospitalização de mulheres vítimas de agressão, no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, durante o ano de 2005. A coleta dos dados foi realizada nos prontuários de mulheres com idade a partir de 18 anos, vítimas de agressão. A análise foi descrita a partir da utilização do Software Epi-Info, com a categorização dos eventos, do cruzamento de variáveis descritivas e de índices frequenciais absolutos e relativos. No período do estudo, foram hospitalizadas 73 mulheres, vítimas de agressão; 49,3% na faixa etária de 18 a 29; 41,1% foram agredidas com arma de fogo e 37% com arma branca. Na maioria dos prontuários, os dados estavam incompletos e/ou faltavam registros, o que pode indicar que muitos casos de agressões não foram identificados durante o período da hospitalização e que o tratamento ficou restrito às lesões físicas.Se trata de un estudio transversal con el objetivo de caracterizar a la hospitalización de las mujeres víctimas de agresión en el Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, en 2005. La recolección de los datos fue realizada en los prontuarios de mujeres con más de 18 años, víctimas de agresión. El análisis fue descrito, a partir de la utilización del Software Epi-Info, con la categorización de los eventos y cruzando variables descriptivas e índices frecuenciales absolutos y relativos. En el período del estudio, fueron hospitalizadas 73 mujeres, víctimas de agresión; 49,3% en la edad de 18 a 29; 41,1% fueron agredidas con arma de fuego y 37% con arma blanca. En la mayoría de los prontuarios, los datos estaban incompletos y/o faltaban registros, lo que puede indicar que muchos casos de agresiones no fueron identificados durante el período de la hospitalización y que el tratamiento quedó restricto a las lesiones físicas.It is a cross-sectional study with the

  19. As mulheres da família: mundos partilhados, mundos em conflito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayara Nascimento Rêgo

    2002-01-01

    Full Text Available O presente trabalho, de cunho etnográfico, toma como foco de análise o cotidiano de uma família multigeracional, sob a perspectiva de mulheres de três gerações diferentes, que habitam o mesmo teto: avó, mãe e neta. As narrativas sobre eventos cotidianos, principalmente os relacionamentos familiares, colhidas no período de dez anos, revelam aspectos da estrutura complexa da comunicação na família em um mundo partilhado, capaz de produzir sentido, mas também de gerar conflitos. A partir de entrevistas semi - estruturadas com a avó, a mãe e a filha adolescente, foram identificadas condições de risco (violência e abuso de álcool no âmbito das relações interpessoais. Pode-se inferir que os papéis não são claramente delimitados, o que se expressa no ciclo de transferência de responsabilidades e no exercício da autoridade. A atmosfera é tensa, a violência, já incorporada ao cotidiano, apresenta-se como ponto culminante dos conflitos, enraizada nos relacionamentos, distorcendo as percepções e dificultando a comunicação. Observam-se estratégias através das quais as mulheres continuam se afirmando como eixo em torno do qual a família estrutura seu cotidiano e seus projetos de vida.

  20. Excesso de peso e obesidade abdominal em mulheres atendidas em Unidade da Estratégia Saúde da Família

    OpenAIRE

    Cristóvão,Maria Fernanda; Sato,Ana Paula Sayuri; Fujimori,Elizabeth

    2011-01-01

    Investigou-se a prevalência de excesso de peso e obesidade abdominal e variáveis associadas em mulheres. Estudo transversal com 298 mulheres (20-59 anos), usuárias de uma unidade da Estratégia Saúde da Família, em São Paulo-SP. Considerou-se o excesso de peso: índice de massa corporal>25kg/m²; a obesidade abdominal: circunferência da cintura 0,80m ou razão cintura-quadril>0,85. Realizou-se análise de regressão logística. O excesso de peso afetou 56% das mulheres, sendo 37% sobrepeso e 19% obe...

  1. A experiência de cuidar da mulher alcoolista na família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Marques dos Santos

    2012-04-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo investigar as práticas de cuidados desenvolvidas pela família à mulher alcoolista e conhecer a percepção desta em relação aos cuidados que recebe. Trata-se de um estudo de caso, desenvolvido com uma abordagem qualitativa, cujos dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas, realizadas em 2008, no domicílio de uma família de classe média, residente em um município no extremo sul do Brasil e, posteriormente, submetidos à análise de conteúdo. Os resultados mostram que os cuidados desenvolvidos pela família são centrados nas necessidades de alimentação, higiene, sono, repouso, encaminhamento aos serviços especializados para a desintoxicação e que a mulher alcoolista interpreta esses esforços como sendo ações de controle sobre sua vida e punição pela sua condição de dependência. Destaca-se que a maneira da família cuidar modifica-se no mesmo compasso em que o alcoolismo evolui.

  2. Da delegacia da mulher à Lei Maria da Penha: Absorção/tradução de demandas feministas pelo Estado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília MacDowell Santos

    2012-10-01

    Full Text Available Este artigo examina as respostas do Estado às demandas feministas para o combate à violência doméstica contra mulheres no Brasil desde meados dos anos 1980. São identificados três momentos de mudanças institucionais que direta ou indiretamente moldam e refletem os contextos da atuação estatal: o momento da criação da primeira delegacia da mulher, em 1985; o do surgimento dos Juizados Especiais Criminais, em 1995; e o da promulgação da Lei 11.340, em 2006, conhecida como Lei Maria da Penha. Estes momentos refletem a interação entre múltiplas forças sociopolíticas, sinalizando fluxos e refluxos de políticas públicas e lutas feministas. A análise destes momentos, que pretende contribuir para as teorias feministas do Estado no contexto latino‑americano, revela diferentes formas de atuação estatal e variados graus de absorção/tradução/traição/silenciamento das demandas feministas.

  3. SUA VIDA É UM LIVRO: UM TRABALHO INTERDISCIPLINAR ACERCA DO PAPEL DA MULHER NA COMUNIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Henrique Silva

    2017-02-01

    Full Text Available Este estudo visa abordar os aspectos políticos, culturais e históricos da sociedade, com ênfase na importância do papel da mulher. A fundamentação teórica foi construída à luz dos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (2006, do Currículo do Estado de São Paulo (2011 e Lustosa (2006. Tendo em vista que o ensino médio atual deve se preocupar com uma educação permanente, o que significa preparar o aluno para a vida e qualificá-lo para a cidadania, seja num futuro ambiente escolar ou profissional, espera-se que o aluno, ao realizar as atividades propostas neste projeto, adquira um significado ao seu aprendizado e reconheça a importância da figura feminina na sua sociedade. Para tanto, foi elaborado um projeto interdisciplinar entre as áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas a fim de organizar um trabalho em que o conhecimento seja contextualizado de forma sincrônica, diacrônica e interativa.

  4. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Bandeira de Mello Amaral

    2016-06-01

    Ceará. Trata-se de um estudo seccional, exploratório-descritivo e documental. A amostra foi composta por 197 prontuários das mulheres atendidas em uma Unidade de Proteção Especial do Estado do Ceará entre os anos de 2001 e 2012. Os dados foram analisados através do SPSS® versão 20. As questões éticas deste estudo foram alicerçadas na Resolução n.º 466/12. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (COMEPE da Universidade Federal do Ceará, por meio do protocolo nº 369.332. Os resultados apontam que as mulheres agredidas são jovens (53,5%, pardas (47,2%, sem união estável (68,0%, com baixa escolaridade (91,4%, sem renda mensal fixa (30,5%, que residem em casa própria (35,5% com familiares (13,7%, são beneficiárias de algum programa de transferência de renda (26,9% e não possuem trabalhos formais (69,1%. Os agressores são jovens (71,7%, p=0,862, desenvolvem trabalho manual (41,5%, p=0,976, consomem álcool (86,8%, p=0,814, drogas ilícitas (54,7%, p=0,249 e cigarro (54,7%, p=0,931. Após a implantação da LMP, os agressores possuem mais antecedentes criminais (58,5%, p=0,000; a agressão tem ocorrido mais de uma vez, com maior número de denúncias e número de boletim de ocorrência, sendo o uso de substâncias psicoativas (22,6%, p=0,032 ou ciúme (18,9%, p=0,032 o fator desencadeante através de força física (45,3%, p=0,619, representada em hematomas (13,2%, p=0,726 ou não deixando marcas perceptíveis (22,6%, p=0,726 localizadas na cabeça, rosto e pescoço (28,3%, p=0,031. O perfil da violência doméstica se modificou com a promulgação da Lei Maria da Penha e este cenário demanda o desenvolvimento de ações sociais e de saúde voltadas para erradicação/controle e assistência efetiva deste grave problema social e de saúde pública

  5. Efeitos da globalização na desigualdade salarial entre homens e mulheres

    OpenAIRE

    Brito, Ana Patrícia Mendes de

    2015-01-01

    Mestrado em Economia Internacional e Estudos Europeus A evolução do mercado de trabalho teve consequências bastante positivas sobre as taxas de emprego femininas. No entanto, as mulheres continuam a ser vítimas de inúmeras formas de discriminação, não só a nível dos salários, como no acesso à educação, ao mercado de trabalho e a cargos de chefia, assim como ao nível da partilha de responsabilidades familiares. Este trabalho aborda a desigualdade salarial entre géneros e os efeitos que a gl...

  6. O perfil da mulher portadora de HIV/AIDS e sua adesão à terapêutica antirretroviral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Felix

    2012-08-01

    Full Text Available Esse trabalho teve como objetivos caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico, os comportamentos em saúde, crenças e atitudes sobre a doença e o tratamento de mulheres com HIV/AIDS atendidas no serviço ambulatorial de um hospital universitário do interior de São Paulo, bem como identificar fatores que interferem na adesão à terapêutica antirretroviral. Os sujeitos do estudo foram 60 mulheres acompanhadas no serviço. Os dados foram colhidos por meio de entrevista semiestruturada. As mulheres tinham idade média de 39,8 (desvio padrão 9,1 anos, baixa escolaridade, condições socioeconômicas insatisfatórias e mantinham relacionamento estável. A relação heterossexual foi a forma mais frequente de infecção; 55% das mulheres já abandonaram o tratamento e alegavam como principais motivos os esquemas terapêuticos impostos, os efeitos colaterais dos antirretrovirais, o enfrentamento psicológico da doença e o pesar iminente da morte; 35% delas não atingiram critérios de adesão considerando-se o uso de 95% da terapêutica antirretroviral prescrita.

  7. MOVIMENTOS DE MULHERES TRABALHADORAS NO ESTADO DA PARAÍBA: gênero e autonomia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emmy Lyra Duarte

    2016-03-01

    Full Text Available Compreendemos que as relações de gênero são produtos e processos sociais construídos pela naturalização de ideias, valores e papéis sociais desiguais para homens e para mulheres. Essa desigualdade, quase que universal, se sustenta na hierarquia social masculina. Surgem, da falta de equidade, concepções ou convenções sociais pré-definidas para as mulheres ahistóricas, como as tarefas delimitadas ao espaço privado. Levando em consideração essa inverdade histórica buscamos refletir as condições objetivas que, no espaço agrário da microrregião do Brejo paraibano, levaram a partir da década de 1970 a um grupo de mulheres se organizarem em espaços coletivos de discussão e luta, como os movimentos sociais rurais, com o triplo objetivo de: garantir o acesso à terra para aqueles que nela trabalham; garantir condições de trabalho dignas no campo e garantir o acesso à representação política das mulheres camponesas e canavieiras invisibilizadas em Sindicatos de Trabalhadores Rurais (STRs e movimentos sociais. Dessas demandas efetivas surgem dos movimentos significativos na região: o Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais do Brejo (MMB e o Movimento de Mulheres Trabalhadoras da Paraíba (MMT/PB. Palavras-chave: Mulher; Movimentos Sociais; Trabalho; Espaço Agrário.   MOVEMENTS OF WORKING WOMEN IN PARAÍBA STATE: Gender and autonomy ABSTRACT We understand that gender relations are social products and processes built for the naturalization of ideas, values and unequal social roles for men and women. This inequality, almost universal, is based on male social hierarchy. Arise, this inequity, concepts or pre-defined social conventions for ahistorical women, as are the tasks defined private space. Considering this historical untruth seek to reflect the objective conditions that in the agrarian space of the micro-region of Paraiba Heath led from the 1970s to a group of women to organize themselves into collective spaces of

  8. Estudo de caso controlo emparelhado da depressão, sintomas psicopatológicos, auto-estima e auto-conceito em mulheres obesas e normativas

    OpenAIRE

    Carneiro, Ana

    2010-01-01

    O presente estudo teve como objectivo avaliar se existem diferenças estatisticamente significativas no que respeita à auto – estima e ao auto – conceito em mulheres obesas, utentes de uma unidade de saúde a usufruir de apoio psicoterapêutico comparativamente com mulheres normativas. Pretendeu-se ainda verificar a existência de indicadores de maior incidência de depressão e de sintomas psicopatológicos nas mulheres obesas relativamente às mulheres normativas. A amostra foi constituída po...

  9. Limites e possibilidades da militância política em um movimento social rural de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    2014-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2014000100004 Em um contexto de lutas de gênero, nas últimas três décadas, diferentes movimentos sociais rurais de mulheres contribuíram para a produção e reconhecimento da trabalhadora rural como sujeito político de direitos. Neste artigo, com o objetivo de analisar limites e possibilidades da militância política em um movimento social rural de mulheres, articulam-se os temas lutas de gênero e subjetividades. Para tanto, são retomadas e ampliadas reflexões apresentadas em pesquisa que fundamentou a tese de doutorado, realizada no período de 2006-2010. As informações empíricas que possibilitaram a elaboração da referida pesquisa foram obtidas por meio das pesquisas documental e etnográfica, com a realização de entrevistas, o acompanhamento e a observação de atividades desenvolvidas por um movimento social rural de mulheres em três municípios da Região Sul de Santa Catarina. O processo de envelhecimento feminino e a aposentadoria, os modelos locais de agricultura, o êxodo expressivo de parcelas da população rural, a não inserção e a participação restrita de mulheres mais jovens em atividades locais do movimento se apresentam como condições de possibilidade na análise dos limites da militância política.

  10. Vivências da mulher e da família frente ao tratamento oncológico

    OpenAIRE

    Milagres, Maria Alice Santana

    2015-01-01

    O aumento no número de casos de câncer ao longo dos anos tem colocado essa doença em posição de destaque nas políticas de saúde, visto que pode trazer consequências tanto no âmbito econômico quanto social das famílias brasileiras. Quando acomete a mulher, pode mudar diferentes domínios da vida, remetendo-a a diversas reações por não poder estar cumprindo, de forma desejada, o seu papel na família. Esta, por sua vez, diante do momento de dificuldade, também reage ao câncer, sofre, muda seu fun...

  11. Diagnóstico de HPV: o processo de interação da mulher com seu parceiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Octavio Muniz da Costa Vargens

    2013-06-01

    Full Text Available Pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, que objetivou analisar o processo de interação da mulher com seu parceiro a partir do diagnóstico de infecção pelo papilomavírus humano (HPV. Foi realizada em treze comunidades dos municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, Estado do Rio de Janeiro, de outubro/2006 a setembro/2008. Foram entrevistadas 20 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HPV de alto risco oncogênico. Os pressupostos do Interacionismo Simbólico e da Grounded Theory nortearam a coleta e análise dos dados. Os resultados revelaram que o diagnóstico do HPV significa sérios desafios no relacionamento das mulheres com seu parceiro principalmente no que se refere à adoção de medidas preventivas. Conclui-se que estas questões indicam a necessidade de um atendimento humanizado que favoreça o empoderamento das mulheres.

  12. Fisioterapia : influência na qualidade de vida da mulher com cancro da mama : contributo para a qualidade do serviço em oncologia

    OpenAIRE

    Duarte, Nuno Miguel de Faria Bento

    2016-01-01

    RESUMO - O cancro da mama é uma preocupação da saúde pública a nível mundial, pela sua incidência, mortalidade e custos económicos associados. As terapias utilizadas no seu tratamento, embora eficazes, conduzem a alterações de todas as dimensões da Qualidade de Vida (QdV) da mulher com cancro da mama. A garantia de uma qualidade de serviço prestado deve ser uma prioridade das organizações de saúde, sendo a QdV uma medida de resultado. Partindo do pressuposto que em Portugal existe uma diferen...

  13. Medicalização do corpo da mulher e criminalização do aborto no Brasil

    OpenAIRE

    Ferrazza, Daniele de Andrade; Peres, Wiliam Siqueira

    2016-01-01

    Resumo O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a medicalização do corpo e a criminalização do aborto no âmbito do gerenciamento de população de caráter biopolítico. A criminalização do aborto no Brasil permitirá que mulheres pobres se submetam as precárias formas de descontinuação da gravidez e sejam brutalmente vítimas dessa opção. A “vida matável” dessas mulheres não está somente desprovida de direitos, mas da própria qualidade do humano. A descriminalização deve romper com dis...

  14. Valor prognóstico da ecocardiografia sob estresse com dipiridamol em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Celita de Almeida

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ecocardiografia sob estresse é uma importante ferramenta diagnóstica e prognóstica na cardiopatia isquêmica. OBJETIVO: Avaliar a importância da ecocardiografia sob estresse com dipiridamol (EEDI na investigação de isquemia miocárdica em mulheres e sua capacidade de predizer eventos combinados (morte cardiovascular, infarto agudo do miocárdio [IAM], angina instável, procedimentos de revascularização miocárdica [cirúrgica ou percutânea] em um seguimento médio de 16 meses. MÉTODOS: EStudo prospectivo, com utilização do protocolo de dipiridamol na dose de 0,84 mg em 10 minutos, associado à atropina (0,25 mg/min até 1,0 mg. RESULTADOS: Foram avaliadas 147 mulheres. A EEDI foi positiva em 14 pacientes (9,5%, negativa em 128 (87,1% e inconclusiva em 5 (3,4%. Eventos ocorreram em 8 pacientes, 7 tinham EEDI positiva. Os outros 138 não tiveram eventos. Desses, 128 tinham EEDI negativa. A sensibilidade, a especificidade, a acurácia, os valores preditivos positivo e negativo do teste frente aos eventos foram respectivamente: 83%, 95%, 94%, 42% e 99%. A sobrevida livre de eventos para pacientes com EEDI negativa foi de 99,2%, comparada com 58% para EEDI positiva (p < 0,001. A análise univariada identificou o resultado do EEDI, o eletrocardiograma (ECG basal, a fração de ejeção do VE, a dislipidemia, o índice de movimentação parietal do VE de repouso e pico, antecedentes de IAM, de revascularização miocárdica, como fatores prognósticos associados aos desfechos. Os resultados da EEDI e do ECG basal permaneceram com associação significativa com os desfechos na análise multivariada (p < 0,001. CONCLUSÃO: O ECG basal e o EEDI positivo foram variáveis independentes para a ocorrência de desfechos. O EEDI apresentou excelente valor preditivo negativo, confirmando sua utilidade na avaliação prognóstica em tais pacientes.

  15. Impacto da violência no sistema familiar de mulheres vítimas de agressão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Cláudia Wendt dos Santos

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou caracterizar o impacto da violência na dinâmica relacional familiar, assim como sua transgeracionalidade, em famílias de mulheres que sofreram agressão física. O estudo foi de natureza exploratório-descritiva e adotou a metodologia qualitativa. As participantes foram 10 mulheres que sofreram violência física e que prestaram queixa em uma Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. A coleta de dados foi realizada através de entrevista semiestruturada, que subsidiou a construção do genograma familiar. Para a análise dos dados, foram utilizados a teoria fundamentada empiricamente (Grounded Theory e o software Atlas/ti 5.0. Constatou-se um conjunto de justificativas das participantes para terem permanecido ao lado dos agressores, apesar de terem sofrido outras situações de violência e o impacto da violência em crianças e adolescentes que viviam próximos a elas. Com a construção do genograma, evidenciou-se a transgeracionalidade da violência, sendo que os integrantes de suas famílias de origem apresentaram um padrão de relação familiar semelhante ao delas. Compreende-se que os resultados deste estudo reforçam as relações de gênero e a transgeracionalidade da violência como pontos importantes a serem considerados no momento de pensar e implementar pesquisas, ações e políticas referentes às mulheres em situação de violência.

  16. A Psicologia na área rural: os assentamentos da reforma agrária e as mulheres assentadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislayne Cristina Figueiredo Vasquez

    Full Text Available Este trabalho é um relato de intervenção realizada pela autora quando técnica da Fundação ITESP (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo, com grupos de mulheres assentadas de São Paulo. Durante o período de um ano e meio, foram realizadas reuniões de grupo semanais, abertas, com duração de aproximadamente duas horas cada. Essas intervenções se orientaram pelos pressupostos teóricos de Pichon-Rivière e de Bleger sobre o trabalho com grupos bem como por uma técnica denominada “clube dos saberes”, utilizados por terapeutas brasileiros no trabalho com pacientes psicóticos. Os grupos possibilitaram a discussão das questões de gênero nos assentamentos e tiveram como resultado um aumento na auto-estima, na autonomia e na capacidade organizativa dessas mulheres. Por outro lado, o trabalho foi dificultado, entre outros fatores, pelo desconhecimento da população rural acerca do que é Psicologia. O artigo termina tecendo considerações acerca do papel da Psicologia na área rural bem como evidencia a necessidade de nos voltarmos para o homem e a mulher do campo e para sua subjetividade.

  17. Representações da mulher em cartas bíblicas analisadas sob a perspectiva sistêmico-funcional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Maria Rossi

    2014-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar como a linguagem é usada para representar a mulher em duas cartas bíblicas do Novo Testamento sob o enfoque da Gramática Sistêmico-Funcional, de Halliday e Matthiessen (2004. Para isso, utilizamo-nos de categorias que realizam as três metafunções da linguagem. Na metafunção ideacional, ocupamo-nos do sistema de transitividade; da metafunção interpessoal, focalizamos o sistema de MODO e a polaridade; na metafunção textual, detemo-nos na estrutura temática. A análise conjunta dessas categorias evidenciou que a escolha pelo Tema Ideacional conjugada à função de fala proposta direcionada à mulher e às funções léxico-gramaticais de Ator, Experienciador e Portador desempenhadas por esse participante representam a mulher principalmente como submissa ao homem, ao marido e à sociedade.

  18. Mulher, Prostituta e Prostituição: Da História ao jardim do Éden

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaís Zimovski Oliveira

    2017-06-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo discutir sobre as relações existentes entre a prostituição de baixo meretrício no Brasil e o contexto sócio-histórico da posição da mulher na sociedade. Para tanto, valeu-se da noção de Levi Strauss acerca do mito enquanto manifestação simbólica do contexto social. Para realizar essa articulação traçou-se um breve panorama histórico no qual são destacados alguns momentos importantes para o desenvolvimento da prostituição. Em seguida, foram observados alguns aspectos legais e políticos da atualidade que circundam, sobretudo, as questões trabalhistas das prostitutas no Brasil. A partir dessa discussão, retomou-se trechos de narrativas de vida de prostitutas colhidos em Belo Horizonte que foram analisados tendo como base tanto o contexto tratado neste ensaio quanto a leitura que reforça a posição subserviente da mulher nos contos religiosos, em especial, a figura mítica de Litith.

  19. Significado da capacitação profissional para o cuidado da mulher vítima de violência conjugal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadirlene Pereira Gomes

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivou-se compreender os significados atribuídos por profissionais que atuam na estratégia de saúde da família sobre a capacitação profissional para o cuidado à mulher em situação de violência conjugal. MÉTODOS: Estudo qualitativo baseado na Teoria Fundamentada nos Dados. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa em 14/05/201. Foram entrevistados 52 profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família, entre eles, técnicos, enfermeiros, médicos e coordenadores da unidade, no período de maio e agosto de 2012. A análise respaldou-se na codificação aberta, axial e seletiva. RESULTADOS: A dificuldade de reconhecer o agravo à mulher e os encaminhamentos ao sistema de referência e contrarreferência constituem os principais desafios para o enfrentamento da problemática. Os profissionais propõem a capacitação enquanto estratégica para garantia do cuidado. CONCLUSÃO: O estudo oferece subsídios para a gestão do cuidado à mulher, sobretudo no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

  20. 40 anos de independência. Uma reflexão em torno da condição da mulher angolana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ermelinda Liberato

    2016-09-01

    Full Text Available A comemoração dos 40 anos de independência de Angola constitui o ponto de partida para fazermos um balanço sobre a condição e a posição da mulher naquele país ao longo desse período. Por se tratar de um período longo, marcado por inúmeros acontecimentos que de uma forma ou de outra moldaram o país, dividimos a nossa análise em três momentos distintos: o primeiro corresponde ao período pós-independência, caracterizado pela luta das mulheres pelo reconhecimento da sua condição e pela sua afirmação; o segundo compreende o período pós-guerra (2002-2015, caracterizado por um crescimento económico significativo, de expectativas, sonhos e de esperança na melhoria da sua condição e posição na sociedade. O terceiro momento, mais atual, corresponde à análise da realidade, numa confrontação entre os dados recolhidos e a realidade observada que nos leva a concluir que as condições de vida da mulher angolana, e em particular a sua posição na sociedade é, de longe, muito mais complexa do que aquela que os documentos nos transmitem

  1. Saúde da mulher no jornalismo impresso de países lusófonos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edison Capp

    2013-12-01

    Full Text Available A cobertura de tópicos de saúde tem capacidade para afetar as agendas públicas e estimular ações políticas. O Jornalismo assume importante função em influenciar a definição das prioridades de saúde, bem como em disseminar as novas descobertas científicas para o público. Em relação à saúde da mulher, há poucos estudos nacionais sobre o tema, a partir dos meios de comunicação. Este trabalho tem como objetivo verificar como são tratados assuntos como abortamento, contracepção, doenças sexualmente transmissíveis, menopausa e ciclo menstrual, em relação à saúde da mulher, em jornais impressos brasileiros, angolanos e portugueses. Foi realizado um estudo transversal. Durante os meses de janeiro e fevereiro de 2013, foram levantadas todas as edições do Jornal de Angola (Angola, da Folha de São Paulo (Brasil e do Diário de Notícias (Portugal. Notícias foram buscadas sobre quatro temas específicos em torno da saúde da mulher: abortamento, contracepção, ciclo menstrual/menopausa e doenças sexualmente transmissíveis. Nos meses estudados, estes tópicos foram apresentados diversamente nos três jornais. As diferenças foram devidas aos distintos fatos que geraram notícias para cada jornal. Foi, todavia, comum a todos, a publicação pontual dos temas, a pouca profundidade na abordagem e a perda da oportunidade de difusão de informações.

  2. A CULPA É DA MULHER: O Anticristo, de Lars von Trier

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Nunes Silva

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO O Anticristo, filme de Lars von Trier, lançado em 2009, mostra o desespero de um casal ao perder seu único filho. Extremamente polêmico e repleto de referências bíblicas - a começar pelo título -, é um filme que choca pelo incessante desespero de uma mãe em luto que parece carregar o peso do mundo em sua condição de mulher. A proposta deste artigo é fazer uma análise deste filme iluminando a culpa cristã historicamente atribuída à mulher e seus desdobramentos imediatos, como o feminicídio.   PALAVRAS-CHAVE: Análise Fílmica; Cristianismo; Feminicídio; O Anticristo.   ABSTRACT Antichrist, film of Lars von Trier, released on 2009, shows the the despair of a couple to lose their only son. Extremely controversial and fraught with biblical references - beginning with the title -, it’s a film that shocked the unyielding despair a bereaved mother that seems to carry the weight of the world on his wife's condition. The purpose of this paper is to analyze of this film illuminating the christian guilt historically attributed to the woman and their immediate consequences, like the feminicide.   KEYWORDS: Filmic Analysis; Christianity; Feminicide; Antichrist.     RESUMEN Anticristo, pelicula de Lars von Trier, lanzada em 2009, muestra el desespero de una pareja cuando pierde su único hijo. Extremadamente polémica y llena de referencias bíblicas - empezando con el título -, es una película que sorprende al inquebrantable desesperación de una madre em luto que parece cargar el peso del mundo por ser mujer. El objetivo de este artículo es analizar esta película iluminando la culpa cristiana históricamente asignada a las mujeres y sus consecuencias inmediatas, como el feminicidio.   PALABRAS CLAVE: Análisis fílmica; Cristianismo; Feminicidio; Anticristo.

  3. A ‘conflitualidade’ conjugal e o paradigma da violência contra a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Musumeci Soares

    2012-04-01

    Full Text Available O presente texto aborda as relações violentas entre parceiros íntimos a partir da observação de dados de pesquisas nacionais e internacionais, desenvolve umareflexão crítica sobre o conceito de “violência contra a mulher” e analisa as premissas que resultam nas práticas e nas políticas de enfrentamento da violência domésticacontra mulheres adotadas no país. O que se busca explorar neste artigo são possibilidades de lidar com a violência sem aprisionar os indivíduos em categoriasrígidas, como vítimas e agressores, o que acaba por torná-los refratários a mudanças de autopercepção, de percepção do outro e, portanto, de comportamento. Addressing violent relations between intimate partners based on data from national and international research, Domestic ‘Conflictuality’ and the Paradigm of Violence against Women investigates the concept of “violence against women” and analyzesthe premises that result in domestic violence against women in Brazil and the policies adopted to tackle it. The article aims to explore the possibilities of dealingwith violence without confining individuals to rigid categories, such as victim and aggressor, which results in resistance to changes in their self-perception, perception of other and, therefore, their behavior. Keywords: domestic violence, violence against women, conflict, punishment, conflictuality

  4. DANÇA CRIATIVA – BENEFÍCIOS DA SUA PRÁTICA EM MULHERES IDOSAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Leiria Formigo

    2015-04-01

    Full Text Available O envelhecimento populacional tem sido uma preocupação constante dos órgãos de saúde pública dos países desenvolvidos e em desenvolvimento (Hallage, 2008. Este fenómeno é um processo complexo que envolve muitas variáveis (Mazzeo et al., 1998, nomeadamente genética, estilo de vida e doenças crónicas, que interagem entre si e influenciam significativamente o modo como alcançamos determinada idade. O aumento de esperança de vida, poderá traduzir-se não só em mais tempo de vida, mas também, e principalmente, na qualidade de vida. A prática regular de exercício físico promove o aumento de bem-estar físico, psicológico e mental diminuindo e/ou atrasando perdas de adaptabilidade, de doença, de deterioração física, de limitações funcionais e de incapacidade desta população. Neste sentido, as potencialidades do exercício físico e neste caso a dança, relacionam-se especialmente com a plenitude do ser humano, pois a educação artística apela para a totalidade do indivíduo. A vivência de experiências motoras autónomas, criativas e originais, vai permitir o ampliar da noção do real que, por sua vez, favorece a identidade própria e uma ideia alargada do mundo. Pelo que através da troca de sensações, ideias, temas, imagens e movimentos vai favorecer a aquisição de experiências diversificadas.Objectivos: Verificar os efeitos da prática da dança criativa (DC em mulheres idosas, no peso (P, altura (A, índice de massa corporal (IMC, perímetro abdominal (PA, força, resistência e flexibilidade dos membros superiores e inferiores (F, R, FL-MS/MI, mobilidade física (MF [agilidade (AG, velocidade (V, equilíbrio dinâmico (ED], resistência aeróbia (RA, satisfação com a vida (SV e níveis de ansiedade (NA

  5. Medicalização do corpo da mulher e criminalização do aborto no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele de Andrade Ferrazza

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a medicalização do corpo e a criminalização do aborto no âmbito do gerenciamento de população de caráter biopolítico. A criminalização do aborto no Brasil permitirá que mulheres pobres se submetam as precárias formas de descontinuação da gravidez e sejam brutalmente vítimas dessa opção. A “vida matável” dessas mulheres não está somente desprovida de direitos, mas da própria qualidade do humano. A descriminalização deve romper com discursos médicos morais para promover o atendimento público para mulheres que queiram optar pela prática do aborto, sem discriminação de raça, credo, etnia e classe social.

  6. Vivência da mulher na escolha do Método de Ovulação Billings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina de Magalhães

    2013-08-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo de caso com abordagem qualitativa, realizado entre fevereiro e novembro de 2010, com 10 mulheres, com idade média de 34 anos, usuárias do Método da Ovulação Billings (MOB, há mais de dois anos, cujo objetivo foi compreender a vivência da mulher na escolha do MOB. Os dados foram obtidos a partir de entrevistas, e analisados segundo a técnica de análise de conteúdo. As categorias de análise apontaram as principais infl uências na escolha do MOB: religião; naturalidade do método e benefícios do autoconhecimento. Concluiu-se que as mulheres revelam confiança na realização do método, que ele traz benefícios para as usuárias e que há necessidade de orientação profissional para a sua prática correta.

  7. Mulheres que sofrem violência doméstica: contribuições da psicanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Quadros de Lima

    2011-12-01

    Full Text Available Este estudo busca compreender a influência da história de vida na escolha conjugal de mulheres que sofrem violência doméstica e os fatores que levam à admissão e/ou tolerância da repetição de um comportamento inadmissível. Participaram 12 mulheres, maiores de 18 anos de diferentes raças e níveis socioeconômicos e de escolaridade que sofreram violência doméstica perpetrada pelo parceiro íntimo, localizadas em dois Centros de Referência às Vítimas de Violência de Porto Alegre. As participantes preencheram uma Ficha de dados pessoais e sociodemográficos e responderam a uma entrevista semiestruturada. As entrevistas foram analisadas e categorizadas através da técnica de análise de conteúdo, e para a interpretação dos dados lançou-se mão da teoria psicanalítica. Os aspectos abordados permitem compreender a violência doméstica como resultante de uma história de vida marcada por vivências traumáticas que move estas mulheres, através da compulsão à repetição, à realização de escolhas conjugais que propiciam um cenário violento.

  8. Apoios à mulher/nutriz nas peças publicitárias da Semana Mundial da Amamentação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Alves Moreira

    Full Text Available RESUMO Objetivo: desvendar os apoios da rede social da mulher/nutriz nas peças publicitárias da Semana Mundial da Amamentação. Método: estudo descritivo, exploratório, documental, qualitativo. Desde a coleta até a análise dessas peças, foram adotados os passos metodológicos de Gemma Penn, fundamentados na semiologia de Roland Barthes. Os resultados foram interpretados pela teoria da Rede Social de Sanícola e dos cinco tipos de apoio: presencial, emocional, instrumental, informativo e autoapoio. Resultados: em nove peças publicitárias das 22 semanas mundiais da amamentação, identificou-se/identificaram-se ator(es da rede social da mulher/nutriz. Em cinco delas, companheiro, avó e irmão demonstraram apoio emocional e presencial à amamentação. Percebeu-se o autoapoio em três cartazes; o apoio instrumental, em um cartaz; e o apoio informativo, em cartaz algum. Conclusão: os apoios desvendados em apenas cinco peças publicitárias incluíram: emocional, presencial, instrumental e autoapoio. Nas demais, não havia apoio. Em nenhuma delas, o conjunto dos apoios foi revelado.

  9. PASTORAS NA VOZ, INSUBMISSAS NA VIDA? As mulheres da Velha Guarda da Portela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Rodrigues Junior

    2015-01-01

    Full Text Available The Old Guard of Portela is a musical group founded in 1970 by musician Paulinho da Viola and the initiative that brings together men and women to represent the Portela Samba School. One of the group's characteristics is the presence of women as pastors. My goal is to interpret gender relations among the members of the group starting from the understanding of the social place of pastors.

  10. As mulheres ou os silêncios da Procissão do Fogaréu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Carvalho Britto

    2011-01-01

    Full Text Available This paper is the result of preliminary reflections on the transformation of women's participation in festivities of Brazilian popular Catholicism and it had as research object the Procession of “Fogaréu” in the city of Goiás-GO. Its goal is to understand the place occupied by women in the fabric of religious-symbolic economy and the implications of this strangled voice. / O presente texto é fruto de reflexões preliminares sobre as transformações da participação das mulheres nas festividades do catolicismo popular brasileiro tendo como objeto de pesquisa a Procissão do Fogaréu na cidade de Goiás-GO. Seu objetivo é compreender o lugar ocupado pelas mulheres na trama de economia simbólico-religiosa e as implicações dessa voz embargada.

  11. Violência doméstica psicológica sob a perspectiva da mulher idosa: um enfoque na fenomenologia social

    OpenAIRE

    Rafaella Queiroga Souto

    2014-01-01

    Introdução: A violência doméstica psicológica perpetrada pelo familiar contra a mulher idosa é uma importante e pouco pesquisada questão de saúde pública global. Objetivo: Compreender a experiência da mulher idosa que vivencia violência doméstica psicológica. Método: Pesquisa qualitativa ancorada pela fenomenologia social de Alfred Schütz, realizada com onze mulheres idosas identificadas nos registros de dois serviços localizados no município de Campina Grande, Paraíba e um serviço localizado...

  12. O estigma da violência sofrida por mulheres na relação com seus parceiros íntimos

    OpenAIRE

    Moreira,Virginia; Boris,Georges Daniel Janja Bloc; Venâncio,Nadja

    2011-01-01

    Este artigo descreve uma pesquisa sobre o estigma da violência sofrida pelas mulheres na relação com seus parceiros íntimos. Focaliza a compreensão de quais fatores determinantes na relação agressivo-abusiva concorrem para que as mulheres sintam tanta dificuldade de denunciar seus agressores. Fizemos uso do método fenomenológico crítico mundano e, como instrumento, usamos entrevistas áudio-gravadas. Os resultados mostram que essas mulheres suportam várias modalidades de violência na relação c...

  13. Temporalidade da mulher após cirurgia cardíaca: contribuições para o cuidado de enfermagem

    OpenAIRE

    Thais Vasconselos Amorim; Anna Maria de Oliveira Salimena; Ívis Emília de Oliveira Souza; Maria Carmen Simões Cardoso de Melo; Lúcia de Fátima da Silva; Matilde Meire Miranda Cadete

    2015-01-01

    RESUMO Objetivo: desvelar o movimento existencial da mulher após a intervenção cirúrgica cardíaca. Método: pesquisa qualitativa de abordagem fenomenológica. Teve como cenário uma instituição hospitalar em Minas Gerais, na qual dez mulheres foram entrevistadas entre dezembro de 2011 e janeiro de 2012. Resultados: após a alta hospitalar, as mulheres vivenciam comprometimentos físicos, sociais e emocionais, desejando a volta do tempo anterior ao diagnóstico, uma vez que ainda se sentem cardio...

  14. Como Uma Deusa: considerações acerca da representação da mulher negra nas HQs de superaventura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas do Carmo Dalbeto

    2016-04-01

    Full Text Available Este trabalho visa analisar a representação da mulher negra americana nas Histórias em Quadrinhos por meio de uma abordagem que resgata o contexto histórico e sociocultural de produção e divulgação destas narrativas. Toma-se por objeto de estudo a personagem Tempestade, do título X-Men. Por meio de sua trajetória, são traçados alguns paralelos que corroboram e questionam o papel social naturalizado a estas mulheres. Os resultados obtidos levam a crer que, através da análise de bens culturais voltados ao entretenimento, é possível traçar considerações acerca das relações entre gênero e etnia na sociedade ocidental contemporânea.

  15. Percepção da saúde bucal em mulheres com perdas dentárias extensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francieli Regina Bortoli

    Full Text Available Resumo Este escrito tem por objetivo analisar a percepção de mulheres com perdas dentárias extensas sob o olhar da bucalidade. A pesquisa foi realizada com mulheres com essas características em uma cidade de pequeno porte no estado de Santa Catarina. A entrevista semiestruturada produziu narrativas que foram gravadas e transcritas. Depois da coleta dos dados, realizou-se a análise das informações encontradas, a fim de interpretar os dados obtidos. Os dados organizados e sistematizados resultaram em seis categorias temáticas: condição socioeconômica, representação social da prótese dentária, prática odontológica, sofrimento e dor, consequências e limitações, e gênero. Algumas percepções são bem marcantes no grupo estudado: extrair os dentes para colocar prótese dentária era motivo de alegria para algumas entrevistadas; as próteses eram desejadas, pois proporcionavam dentes bonitos. Outro achado importante refere-se à extração de dentes sadios, apenas no caso das mulheres, como preparação para o casamento. O estudo evidencia a necessidade de aprofundamento da compreensão dos eventos que ocorrem na boca, seja no cuidado bucal ou nas práticas cotidianas, no intuito de melhorar o entendimento desse espaço e, ao cabo, reunir elementos para pensar e produzir outra clínica, que inclua os sujeitos com suas diferenças e diversidade cultural.

  16. Efeitos da ansiedade sobre a pressão arterial em mulheres com hipertensão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chaves Eliane Corrêa

    2004-01-01

    Full Text Available Estudo descritivo, associativo, que objetiva conhecer a relação da ansiedade com os níveis de pressão arterial em mulheres hipertensas e da ansiedade com o tempo de tratamento da hipertensão. Foram pesquisadas 78 mulheres em tratamento para hipertensão no InCor, mediante o Inventário de Ansiedade de Spilberger - IDATE, e a pressão arterial verificada, utilizando-se da medida indireta, obtida pelo método auscultatório. Os dados foram submetidos à análise estatística, com nível de significância de 5%. A amostra apresentou traço e estado de ansiedade moderados e médias de pressão acima do normal, compatível com hipertensão estágio 1. Não houve diferença estatisticamente significante entre pressão arterial e níveis de ansiedade e entre o tempo de tratamento para hipertensão e níveis de ansiedade.

  17. O vestuário e a identidade da mulher religiosa: entre a ética e a estética

    OpenAIRE

    Márcia Valéria de Araújo

    2007-01-01

    O presente trabalho tem como objetivo geral traçar uma história do vestuário da mulher religiosa, através do estudo da formação histórica da identidade feminina e a relação com a doutrina da religião; bem como da formação da identidade religiosa, associada ao vestuário e adornos, estabelecendo uma clara relação com a história das religiões. Focará também, clara relação dessa identidade através da diferença de vestuário e adornos em diversas religiões através da comparação, visto que a mulher ...

  18. Efeitos da intervenção Hatha-Yoga nos níveis de estresse e ansiedade em mulheres mastectomizadas

    OpenAIRE

    Bernardi, Marina Lima Daleprane; Amorim, Maria Helena Costa; Zandonade, Eliana; Santaella, Danilo Forghieri; Barbosa, Juliana de Assis Novais

    2013-01-01

    O objetivo deste artigo é avaliar os efeitos da Hatha-Yoga nos níveis de estresse e ansiedade de mulheres mastectomizadas, bem como examinar a relação destes níveis com as variáveis: idade, estado civil, religião, escolaridade, profissão, tabagismo, etilismo, estadiamento da doença e fase de tratamento. Trata-se de um ensaio clínico aleatorizado controlado cuja amostra foi constituída por 45 mulheres mastectomizadas atendidas no Ambulatório Ilza Bianco do Hospital Santa Rita de Cássia, Espíri...

  19. A visibilidade do trabalho das mulheres ticunas da Amazônia The visibility of work among ticuna women in the Amazon

    OpenAIRE

    Iraildes Caldas Torres

    2007-01-01

    Este artigo se ocupa de uma análise do artesanato indígena da Amazônia, confeccionado pelas mulheres ticunas, o qual se apresenta como um produto importante no desenvolvimento sustentado da comunidade rural Bom Caminho, no estado do Amazonas. Trata-se de um cotejamento de dados observados e coletados no processo de consultoria realizada ao Sebrae/Amazonas no ano de 2004. Mostra o trabalho das mulheres como o elemento ordenador da economia doméstica na etnia ticuna, sob o primado de uma divisã...

  20. Gênero, estigma e saúde: reflexões a partir da prostituição, do aborto e do HIV/aids entre mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilza Vieira Villela

    Full Text Available OBJETIVO: discutir os aspectos do acesso à saúde decorrentes dos estereótipos de gênero e de estigmas específicos, entre prostitutas, mulheres que abortam e mulheres vivendo com o vírus da imunodeficiência humana (HIV no contexto brasileiro. MÉTODOS: trata-se de revisão narrativa da literatura, referente a pesquisas recentes realizadas no Brasil. RESULTADOS: as barreiras no acesso à saúde de mulheres que se prostituem, abortam ou estão infectadas pelo HIV decorrem das conexões entre agravos à saúde, estereótipos de gênero, estigma da aids e desigualdades sociais, e aumentam a vulnerabilidade social dessas mulheres. CONCLUSÃO: ações no âmbito da gestão, na esfera legislativa e em outros setores que interferem na saúde, ao lado de práticas cotidianas dos serviços de saúde, podem contribuir para ampliar esse acesso mediante intervenções centradas no reconhecimento da autonomia das mulheres e na garantia de seus direitos sexuais e reprodutivos.

  1. Índice de qualidade da dieta de mulheres usuárias de um programa de atividade física regular "Academia da Cidade", Aracajú, SE

    OpenAIRE

    Costa, Dayanne da; Reis, Bruna Zavarize; Vieira, Diva Aliete dos Santos; Costa, Jamille Oliveira; Teixeira, Pryscila Dryele Souza; Raposo, Oscar Felipe Falcão; Lima, Flávia Emília Leite de; Mendes-Netto, Raquel Simões

    2012-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a qualidade da dieta de mulheres praticantes de atividades físicas do Programa Academia da Cidade segundo idade e estado nutricional, Aracajú, Sergipe. MÉTODOS: Foram coletados dados sociodemográficos, antropométricos e dietéticos de 169 mulheres. O Índice de Qualidade da Dieta foi obtido a partir da média de aplicação de dois recordatórios de 24 horas. Os dados do Índice de Qualidade da Dieta total e de seus componentes foram analisados de acordo com o índice de massa corpo...

  2. Aspectos diferenciais da inserção de mulheres negras no Programa Bolsa Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Aparecida Mariano

    2013-08-01

    Full Text Available O artigo discute resultados de uma pesquisa realizada com mulheres titulares do Programa Bolsa Família (PBF em Uberlândia-MG e Londrina-PR, de modo a analisar possíveis variações relacionadas à condição de desigualdade, levando-se em consideração o quesito cor/raça das respondentes. Uma análise interna sobre o público atendido pelo Programa Bolsa Família (PBF, nesses municípios brasileiros, nos permite constatar as diferenças existentes, mesmo estando todas essas pessoas em situação de pobreza. As situações de pobreza são multifacetadas e o seu caráter multidimensional envolve situações como aquelas que podem ser explicadas pela variável raça/etnia. Este trabalho trata sociologicamente de algumas das tessituras da vida social de mulheres negras que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza, com experiências marcadas pela condição de gênero e de cor/raça. Nossos resultados indicam que o PBF exerce mais influência no cotidiano das mulheres negras, em comparação com as brancas. Contudo, tal influência não gera o impacto de equalizar a situação entre esses dois grupos de mulheres.

  3. REPERCUSSÃO DOS EFEITOS DA CIRURGIA RECONSTRUTORA NA VIDA DE MULHERES COM NEOPLASIAS DA MAMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Inocenti

    2016-01-01

    Full Text Available Este estudio objetivó comprender el impacto de los efectos de la cirugía reconstructiva en la vida de mujeres con cáncer de mama. Se realizaron entrevistas semi-estructuradas, audio-grabadas, con 14 mujeres que se sometieron a la mastectomía y estaban matriculadas en un centro de rehabilitación. Para la discusión de los datos se utilizó la teoría de las representaciones sociales. El análisis temático guió la análisis de los datos. Las categorías que surgieron de las entrevistas se relacionan con la forma en que la mujer se ve después de la reconstrucción y lo que esto ha significado en su vida, como ella se da cuenta de sus beneficios y cómo se vive con las inevitables limitaciones. La reconstrucción de la mama, en algunos casos, proporcionó la recuperación de imagen de la sí misma y superación del trauma causado por la enfermedad. Ya complicaciones postoperatorias plantearon temores de una nueva pérdida y alteraciones en la esfera sexual y en la percepción de la mama reconstruida. El equipo de salud debe proporcionar informaciones adecuadas para que las mujeres puedan participar en las decisiones acerca de la cirugía.

  4. Fotografia e fetiche: um olhar sobre a imagem da mulher Photography and fetish: a glance at women's image

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Meloni Vieira Botti

    2003-01-01

    Full Text Available Este artigo investiga a imagem da mulher fetichizada, socialmente construída enquanto objeto de desejo. Através da análise de imagens dos fotógrafos Elmer Batters, Eric Kroll e Cristiano, buscando decodificar alguns elementos simbólicos do universo do fetiche, e interpretar a construção de seus significados a partir de questões de gênero.This article investigates the image of fetishized women, socially constructed as an object of desire. Analyzing the images of photographers Elmer Batters, Eric Kroll and Cristiano, it decodes the symbolic elements of the fetishist universe, and intends to interpret its constructions and meanings concerning gender issues.

  5. Mulher Oficial no Exército. Uma perspectiva na área da liderança

    OpenAIRE

    Ferreira, Tânia

    2008-01-01

    A liderança tem um papel cada vez mais crucial na sociedade contemporânea e em particular devido à competitividade imposta pela globalização. Ao nível militar esta assume uma nova dimensão com a profissionalização e a entrada das mulheres nas Forças Armadas. O presente estudo, insere-se na problemática da liderança quanto ao género, tendo como objectivo principal caracterizar os comportamentos de liderança dos jovens oficiais, nomeadamente em área...

  6. A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO E A QUESTÃO DE GÊNERO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Terezinha Brumatti Carvalhal

    2011-11-01

    Full Text Available O presente artigo versa sobre as reflexões que vimos realizando sobre o conceito degênero, especialmente as contribuições teóricas desse conceito, sob a perspectiva geográfica. Apartir das mudanças que têm ocorrido com a inserção da mulher no mercado de trabalho, bem comoa nova estruturação das famílias e as repercussões no âmbito político e representativo das entidadesde organização dos trabalhadores, os sindicatos.

  7. PARA Além do Arco-íris: construção social da mulher e experiência da transexualidade.

    OpenAIRE

    QUINTELA, H. F.

    2014-01-01

    AO objetivo central desta pesquisa é propor uma abordagem socioantropológica do fenômeno da transexualidade, na sociedade ocidental contemporânea, a partir da análise das trajetórias de vida de quatro mulheres que vivenciam a transexualidade, residentes na Grande Vitória - ES, com o intuito de compreendermos as suas visões de mundo e projetos de vida, constituídos em meio a uma heteronormatividade pungente. A metodologia utilizada foi a História de Vida, tendo como objetivo ...

  8. O papel da mulher intelectual na libertação da subalternidade de gênero no mundo pós-colonial.

    OpenAIRE

    das Neves, Cleiton Ricardo; Almeida, Amélia Cardoso

    2015-01-01

    O colonialismo promove a despersonalização do ser colonizado, e nesse processo, o ser colonizado é também silenciado, ou seja, não lhe é permitido que se autorrepresente, sendo que sua representação é feita sempre pelo Outro colonizador. Há um elemento ainda mais grave nesse processo de silenciamento do subalterno, que é a questão de gênero dentro da própria empresa colonial, pois a mudez da mulher colonizada é ainda mais preocupante, já que esta é duplamente silenciada, subordinada tanto pel...

  9. A violência contra a mulher atendida em unidade de urgência: uma contribuição da enfermagem La violencia contra la mujer atendida en unidad de urgencia: una contribuición de la enfermería The violence against woman who is attended in an unit of urgency: a nursing contribution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudete Ferreira de Souza Monteiro

    2006-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A violência na atualidade tem se comportado como um sério problema de saúde pública, e os serviços de urgência têm se constituído em porta de entrada para mulheres agredidas. Por essa razão, objetivou-se, com o presente trabalho, levantar os casos de violência contra a mulher atendidos em uma unidade de urgência no ano de 2004. MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo, realizado em Teresina (PI, no Serviço de Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas, com amostra populacional de 100 casos selecionados por amostragem sistemática, tendo por instrumento um formulário com perguntas fechadas. RESULTADOS: A violência apresentou alta magnitude entre as mulheres usuárias dos serviços de pronto-atendimento, mas com elevada taxa de subnotificação quanto ao tipo de agressor (89% e causas da violência sem registro (80% CONCLUSÕES: Concluiu-se que os registros de violência foram maiores nos casos em que as mulheres apresentaram marcas físicas; foi expressivo o número de subnotificação de agressores. Finalmente, é conveniente que os profissionais que atendem mulheres vítimas da violência doméstica sejam treinados para identificar, acolher e registrar corretamente os casos de violência.INTRODUCCIÓN: La violencia en la actualidad se ha comportado como un serio problema de salud pública, y los servicios de urgencia se han constituido como puerta de entrada para las mujeres agredidas. Por lo tanto, fue objetivado, con el actual trabajo, levantar los casos de violencia contra la mujer, atendidos en una unidad de urgencia en el año de 2004. MÉTODO: Estudio cuantitativo, descriptivo, retrospectivo, realizado en Teresina (Piauí - Brasil, en el Servicio Médico de Urgencia del hospital de Getúlio Vargas, con muestra poblacional de 100 casos seleccionadas por el muestreo sistemático, teniendo por instrumento un formulario con preguntas cerradas. RESULTADOS: La violencia presentó alta magnitud entre

  10. Desenvolvimento e validação de equação preditiva da gordura visceral em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribu

    2012-04-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n3p333 Os métodos atualmente disponíveis para avaliação da obesidade visceral apresentam limitações, tornando-os inviáveis para avaliação em grandes grupos de indivíduos. Esse estudo teve por objetivo desenvolver e validar equação preditiva para estimar a área de tecido adiposo visceral em mulheres jovens. Foram estudadas 64 mulheres entre 19 e 36 anos. As seguintes variáveis foram avaliadas: volume de gordura visceral (VGV (medido pela ultra-sonografia, Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura, Razão Cintura-Estatura (RCE, Razão Cintura-Quadril, Índice de Conicidade, Perfil Lipídico e Glicemia de Jejum (GJ. As mulheres foram divididas em dois grupos: desenvolvimento (n=48 e validação (n=16 da equação. Foram propostas e validadas três equações para estimativa do VGV: Equação 1: VGV=-31,888+(4,044xIMC; Equação 2: VGV= -51,891+(248,018xRCE; Equação 3: VGV= -130,941 +(198,673 * RCE + (1,185xGJ, com poder preditivo de 34%, 24% e 45%, respectivamente. Não foi observada diferença estatisticamente significante entre os valores de VGV avaliados pela ultrassonografia e estimados pelas equações preditivas no grupo de validação. As equações propostas podem ser utilizadas para calculo do VGV de mulheres jovens, quando os exames de imagem não estiverem disponíveis, sendo uma ferramenta valiosa para estudos epidemiológicos e serviços de saúde.

  11. Praticar caminhada melhora a qualidade do sono e os estados de humor em mulheres com síndrome da fibromialgia

    OpenAIRE

    Steffens,Ricardo de Azevedo Klumb; Liz,Carla Maria de; Viana,Maick da Silveira; Brandt,Ricardo; Oliveira,Lays Guimarães Amorim de; Andrade,Alexandro

    2011-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A síndrome da fibromialgia (SFM) é de difícil diagnóstico e tratamento, caracterizada pela ocorrência de dores musculoesqueléticas associadas a distúrbios do sono, rigidez matinal, cefaleia crônica e distúrbios psíquicos. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de 32 sessões de caminhada orientada sobre a qualidade do sono, estados de humor, depressão e impacto da SFM sobre a qualidade de vida de mulheres com SFM. MÉTODO: Foram incluídas nove mulheres com dia...

  12. ANOTAÇÕES SOBRE A AUTO-ORGANIZAÇÃO DAS MULHERES: O EXEMPLO DA VIA CAMPESINA NO BRASIL E DO MST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claúdia Mazzei Nogueira

    2011-12-01

    Full Text Available Esse texto trata, em especial, da luta por uma divisão sócio-sexual do trabalho mais justa, travada pelas mulheres inseridas nos movimentos sociais presentes no espaço rural, que tem como objetivo a igualdade substantiva. Para tanto, indicamos e analisamos, introdutoriamente, alguns elementos que perfazem a auto-organização das mulheres do MST e Via Campesina no Brasil, que tem como apoio a centralidade do trabalho enquanto fundamento ontológico necessário para a luta da classe trabalhadora contra a “exploração” agroindustrial.

  13. Mulheres atletas: re-significações da corporalidade feminina Women athletes: re-signifying the female body?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Adelman

    2003-12-01

    Full Text Available A participação esportiva das mulheres contribui para uma re-significação da corporalidade feminina? Lembrando da idéia de Susan Brownmiller, para quem a feminilidade representa, na sociedade moderna, uma "estética da limitação", e trabalhando com noções de gênero e corporalidade advindas particularmente da produção recente de Susan Bordo e Judith Butler, procuro identificar mudanças nas práticas e representações do corpo feminino que decorrem da atividade esportiva. Analiso depoimentos de atletas brasileiras profissionais, algumas praticantes de um esporte de elite (hipismo e, outras, de um esporte mais popular (o vôlei. Incorporo também a análise de imagens culturais da atleta, como veiculadas nos meios de comunicação. Evidências de pesquisa de campo mostram que, se, por um lado, as atletas de fato participam da "desconstrução" de certos elementos da mencionada "estética da limitação", por outro, continuam em uma cultura na qual a atividade esportiva das mulheres pode 'comprometer a feminilidade' da atleta.How does women's participation in sport contribute to the re-signification of women's corporality? Considering Susan Brownmiller's notion that femininity, in modern society, can be understood as an "aesthetic of limitation", I also work with notions of gender and corporality taken from recent work by Susan Bordo and Judith Butler, in an attempt to identify changes in women's practices and representations of the female body propitiated by sporting activity. I analyze the testimonies of Brazilian women athletes, most of whom can be considered professionals, from two sporting fields: on the one hand, equestriennes engaged in the elite sport of showjumping, and on the other, women involved in the popular sport of volleyball. I also look at cultural images of women athletes as currently produced in mass media. he evidence that I obtain through field work leads me to identify conflicting tendencies of "deconstruction" of

  14. Uso da informação no processo de tomada de decisão pelas mulheres gestoras da reitoria do IFPB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valmira Perucchi

    2012-01-01

    Full Text Available Considerando as informações como elemento de fundamental importância para o funcionamento das organizações, com ênfase para atividades de gestão, construímos essa pesquisa com o objetivo de investigar de que maneira se dá o uso da informação pelas gestoras da Reitoria do IFPB. Para tanto, utilizamos uma investigação bibliográfica e uma pesquisa de campo cuja abordagem dos dados deu-se de forma quantitativa e qualitativa. Os resultados apontaram para um equilíbrio com relação à quantidade de mulheres ocupando cargo de gestão, pois dos 56 cargos de gestão, 43% são ocupados por mulheres. Observamos também que as gestoras têm um bom nível de formação onde somente 11% têm apenas a graduação, as demais são especialistas, mestras e doutoras. Quanto ao uso das informações pelas gestoras, os resultados se apresentam frustrantes tendo em vista que nos dias atuais, ainda não conseguem ter suas necessidades de informação atendidas. Palavras-chave Uso da informação; Direito trabalhista das mulheres; Mercado de trabalho; Mulheres gestoras; Mulher no serviço público Abstract Taking into account information as element of noteworthy importance for the functioning of the organizations, with emphasis on management activities, this research was conducted with the aim to investigate how the female managers of the IFPB deanship use information. For this reason, we carried out a bibliographical investigation as well as a field research whose data were analyzed according to the quantitative and qualitative approaches. The results pointed out a balance in relation to the amount of women in management tasks. In a total of 56 management duties, 43% have women in charge of. We also noticed that the female managers present a good level of education considering that only 11% have the undergraduation course; the other ones hold post-graduation diplomas, such as: specialization, master and doctorate. As concerns the use of information

  15. Mulher na ciência : concepções de estudantes na fase da adolescência

    OpenAIRE

    Felicio da Costa, Angélica

    2017-01-01

    Os meios de comunicação de massa, o ambiente escolar e os livros didáticos reforçam estereótipos do cientista masculino e a exclusão de gênero. O movimento feminista tem levantado a discussão sobre o papel da mulher na sociedade, que vêm conquistando maiores espaços também na ciência. A partir desse contexto de transformação este trabalho buscou saber a concepção de cientista que tem estudantes na fase da adolescência, período de escolha profissional e que antecede a entrada à universidade, d...

  16. Reflexões sobre o processo histórico-discursivo do uso da legítima defesa da honra no Brasil e a construção das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita Danielle Ramos

    2012-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2012000100004 O presente artigo busca compreender, à luz da teoria de gênero, como, ainda hoje, nos julgamentos de assassinatos de mulheres a prerrogativa da legítima defesa da honra tem sido usada na defesa do réu como tentativa de reversão da pena de homicídio qualificado. Para tanto, fizemos um estudo dos códigos da legislação vigente no Brasil relacionados ao tema de nosso trabalho desde o período colonial até os dias de hoje. O trabalho procura mostrar como o assassinato das mulheres é o final de uma rede de violações contra elas que tem seu início na forma como as mulheres são produzidas pelo discurso.

  17. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  18. Enfrentamento da violência contra a mulher: articulação intersetorial e atenção integral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Ricardo de Macedo Menezes

    2014-09-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa e com objetivo de identificar elementos que interferem no processo de enfrentamento da violência contra a mulher. Realizou-se entrevista com representantes de 15 serviços que integram a Rede de Atenção a Pessoas em Situação de Violência na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Os dados foram organizados com base na análise temática de Bardin. O estudo mostrou que a articulação intersetorial e a atenção disponibilizada pelos serviços são elementos que interferem no enfrentamento da violência contra a mulher. Ambos os elementos guardam relação com o fortalecimento da rede de atenção a mulheres vítimas de violência. O estudo sinaliza para a necessidade de se conhecer as atribuições de outras instituições e reafirma a importância da articulação entre elas. Oferece ainda elementos que orientam o desenvolvimento de políticas e ações articuladas no sentido de favorecer o processo de enfrentamento da violência contra as mulheres.

  19. Dominação e desejo uma leitura materialista-feminista de "0 beijo da mulher aranha" de Manuel Puig Dominação e desejo uma leitura materialista-feminista de "0 beijo da mulher aranha" de Manuel Puig

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Rice-Sayre

    2008-04-01

    Full Text Available Para abordarmos a anilise textual a partir de uma perspective materialista-feminista, precisamos inicialmente esclarecer tee's questems besicas: o que e o feminismo materialista; em que o materialismo feminista se assemelha ou nio a outras abordagens materialistas (geralmente marxistas; e, por fim, que tipos de textos devem ser incluidos neste tipo de anilise. Em seu sentido mais amplo, o feminism° vem sendo tido como sindnimo de estudos da mulher uma area que pode incluir tanto mulheres estudando algo, quanto qualquer estudo a respeito da mulher; em seu sentido mais restrito, o feminismo vem sendo visto como a luta, empreendida por mulheres brancas, ocidentais e burguesas, por melhores oportunidades profissionais.

  20. O racismo e a hipersexualização da mulher negra em Caderno de memórias coloniais de Isabela Figueiredo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cinthia da Silva Belonia

    2016-12-01

    Full Text Available No romance Caderno de memórias coloniais, da escritora portuguesa Isabela Figueiredo, o leitor pode observar a violência com que eram tratados os negros de Moçambique durante o período colonial dos anos 60-70. A sociedade local é extremamente racializada, sendo a hipersexualização da mulher negra o principal assunto nas conversas entre as mulheres brancas. Essa hipersexualização será analisada com base no livro Pele negra Máscaras brancas do psiquiatra martinicano Frantz Fanon. Para melhor analisar o racismo que tem o negro como mão de obra barata e a mulher negra como portadora de uma sexualidade exagerada, convocaremos também os autores Sergio Costa e Kwame Anthony Appiah.

  1. Saúde da mulher na imprensa brasileira: análise da qualidade científica nas revistas semanais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariella Silva de Oliveira

    2009-09-01

    Full Text Available Este estudo, de corte transversal, avalia a qualidade científica de textos informativos sobre saúde da mulher em revistas de circulação nacional e descreve os temas abordados. Durante 12 meses consecutivos, foram coletados textos sobre saúde da mulher nas principais revistas semanais brasileiras de atualidades: Veja, Época e Isto É. Foram selecionados oitenta textos, analisados de forma independente por dois médicos e dois jornalistas, por meio do questionário Index Of Scientific Quality, adaptado para o português e submetido a prova-piloto e reteste. O instrumento possui oito itens que variam de um a cinco pontos e medem: a aplicabilidade, opinião versus fato, validade, alcance, precisão, coerência, consequência e um item global, que resume os outros itens e cuja mediana foi considerada para avaliação. A mediana da qualidade científica dos textos referente ao item global foi igual a três, demonstrando caráter moderado em relação às matérias publicadas.

  2. HOMEM RAZÃO E MULHER EMOÇÃO: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO DICOTÔMICA ENTRE HOMENS E MULHERES NA VISÃO DOS ASSENTADOS(AS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Chiozzini Martins-Suarez

    2016-08-01

    Full Text Available RESUMO O presente artigo convida o leitor a uma reflexão sobre o pensamento dual que caracteriza o caráter hierárquico da inter-relação homem/mulher a partir de palavras que dão significados ao que se compreende pelos termos que definem os dois sexos. Os vocábulos aqui referidos são aqueles que representam ideias opostas, não só no sentido léxico, mas também no que concerne a interpretação social dos atributos que definem homens e mulheres sustentados pela relação dicotômica existente entre eles. O objetivo deste trabalho é investigar a origem e aplicação destas expressões dentro de uma abordagem histórica e sociológica. Para esta análise, então, foi considerada a associação de termos opostos como: racional, superior, forte e externo ao homem e, palavras como: emocional, fraco, inferior e oculto à mulher. Para isso, a definição de família patriarcal, baseada na família estruturada a partir do poder do homem culminando na “inferiorização” da mulher, também foi levada em conta, desde sua origem no ambiente rural até seu reflexo na esfera urbana. Apoiado nestas premissas e conceitos, o presente artigo baseia-se na metodologia de análise do conteúdo das respostas de assentados e assentadas de três projetos de assentamento (P.A. localizados no estado de Sergipe a fim confrontar a teoria mencionada acima com as afirmações obtidas após categorização por sexo. Foram analisadas respostas dadas por homens e mulheres separadamente a partir dos dados coletados em uma pesquisa realizada no ano de 2009 e que resultou em tese de doutorado[1]. A intenção do artigo é buscar uma possível desconstrução da dualidade homem/mulher de caráter valorativo presente nas suas falas propondo ao leitor uma reflexão crítica sobre a prevalência do caráter “inferior” dado as mulheres, no sentido de desconstruir a relação emoção e inferioridade uma vez que este não é um dado biologicamente atribuído ao sexo

  3. Caracterização da dor em mulheres após tratamento do câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Tie Koga Ferreira

    2014-03-01

    Full Text Available Este estudo pretendeu caracterizar e localizar a dor nas mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama. Estudo de caráter exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa, pelas medidas de tendência central e percentual. Pesquisa desenvolvida no Núcleo de Ensino e Pesquisa e Assistência na Reabilitação de Mastectomizadas com 30 mulheres. Os dados foram coletados no período de fevereiro a agosto de 2008, por meio de instrumento contendo variáveis capazes de caracterizar e localizar a dor, e foram tratados por meio de média, mediana, moda e desvio-padrão e percentual. Destacou-se que 56,7% mulheres referiram que a dor é diária, 46,7% mulheres referiram que a dor teve início após a cirurgia da mama, e para 40% a dor é constante. Conhecimento, reconhecimento e manejo do sintoma permitem ofertas terapêuticas alternativas para o alívio da dor, minimizando efeitos físicos e emocionais que podem ser causados na vida de mulheres submetidas ao tratamento por câncer de mama.

  4. RACISMO CORDIAL DESCONSTRUÍDO:UMA LEITURA PÓS-POSITIVISTA DO PAPEL DA MULHER NEGRA NO BRASIL COLONIAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana do Carmo Figueiredo

    2013-10-01

    Full Text Available RESUMO:Este artigo tem como objetivo fazer uma leitura do papel social do escravo no Brasil regencial, destacando-se os aspectos feministas da luta da mulher negra contra o cativeiro e pela manutenção do núcleo familiar formado na colônia. O fio condutor será o livro Slave Life in Rio de Janeiro 1808 - 1850 (A vida escrava no Rio de Janeiro 1808 – 1850, tese de doutorado da pesquisadora norte-americana Mary Karasch. Ela é apontada por defensores de teorias feministas como aquela que fez o dever de casa de História do Brasil, contrariando o mito propagado por Gilberto Freire de que havia uma relação harmônica entre a casa grande e a senzala, o quepropiciava a possibilidade de ascensão social ao escravo brasileiro.PALAVRAS-CHAVE: construtivismo; feminismo; mulher negra; construção social; relações internacionais.   ABSTRACT: This article aims to make a reading of the social role ofthe slave in Brazil regency period, highlighting the feminist aspects of the black women fight against captivity and for the maintenance of the family unit formed in the colony. The common thread is the book Slave Life in Rio de Janeiro 1808 – 1850, the doctoral thesis by American researcher Mary Karasch. She is pointed by feminist scholars as the one that did the History of Brazil homework, contrary to the myth propagated by Gilberto Freire work that there was a harmonius relationship between the big house and the slave quarters, which fed the possibility of social mobilitiy to the Brazilian slaves.   KEYWORDS:  constructivism; feminism; black woman; social construction; international relations.Recebido: 07/12/2013      Aceito: 06/07/2013

  5. Efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a musculatura pélvica em mulheres incontinentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Guerra Valente

    2015-10-01

    Full Text Available A incontinência urinária é definida pela Sociedade Internacional de Continência como a perda involuntária de urina. É uma condição multifatorial, que acomete ambos os sexos, em diversas idades. O envelhecimento, a multiparidade e cirurgias prévias são alguns dos fatores que levam à disfunção da musculatura perineal. Objetivo: avaliar os efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a força dos músculos do assoalho pélvico em um grupo de seis mulheres com incontinência urinária de esforço. Método: as participantes foram submetidas à ficha de avaliação, testes de força perineal e teste de ativação do músculo transverso do abdômen, pré e pós-tratamento. Foram realizadas 10 sessões fisioterapêuticas. Ao final do tratamento, as pacientes foram reavaliadas e os dados foram analisados pela estatística descritiva. Resultados: observou-se melhora na força do assoalho pélvico, bem como melhora na ativação do transverso abdominal. Considerações finais: o protocolo da ginástica abdominal hipopressiva parece ser um método eficiente para auxiliar mulheres com incontinência urinária de esforço, pois aumentou a força perineal e ativou o músculo transverso do abdômen nas participantes deste estudo.

  6. (Insegurança das mulheres no conflito da ex-Iugoslávia: uma análise pela perspectiva da Psicologia Política e da Segurança Humana Feminista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Núbia Sanches Martins

    2016-12-01

    Full Text Available O presente artigo busca fazer uma reflexão sobre as situações de insegurança das mulheres em contexto de conflito armado, o caso analisado será o da guerra civil na ex-Iugoslávia que durou de 1992 a 1995. As situações levantadas estão relacionadas à prática do estupro como estratégia de limpeza étnica e também às inseguranças econômicas durante e após a guerra. A hipótese levantada é de que as situações de insegurança as quais as mulheres experimentam em períodos de conflitos armados não são simples produto da guerra, mas são reflexo da estrutura social, que mesmo na ausência de conflitos, permite, tolera e incentiva as violências praticadas contra as mulheres. Portanto, conceitos como violência estrutural, violência institucionalizada e a violência simbólica serão pano de fundo dessa reflexão. Ademais, será utilizada a categoria analítica de gênero além da perspectiva da segurança humana feminista e da psicologia política.

  7. Violência contra a mulher: perfil dos envolvidos em boletins de ocorrência da Lei Maria da Penha = Violence against women: profiles involved in the occurrence of Maria da Penha Law police reports

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Griebler, Charlize Naiana

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudo investigou o perfil dos personagens envolvidos nos casos de violência contra a mulher, em ocorrências da Lei Maria da Penha (n = 103, no ano de 2010, registrados numa Delegacia de Polícia Civil no interior do Rio Grande do Sul. Observou-se que o perfil da mulher está associado a mulheres jovens (M = 35,8 anos; DP = 12,7, em que a maioria tem Ensino Fundamental Completo (57,7% e mantém relacionamentos estáveis (57,7%. Em relação aos tipos de violência registrados, a violência psicológica (86,5% e a violência física (44,2% foram as mais prevalentes. Em relação ao perfil do homem, a idade média foi de 38,8 anos (DP = 11,0, sendo que a maioria tem Ensino Fundamental Completo (48,1%. O uso de substância, em especial o álcool, por parte dos homens em situação de agressão, esteve associado em 39,4% dos casos. Os resultados encontrados nesta pesquisa podem fornecer subsídios para uma maior compreensão do perfil dos envolvidos na violência contra a mulher

  8. Densidade mineral óssea vertebral e femoral de 724 mulheres brancas brasileiras: influência da idade e do peso corporal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lewin S.

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO. Estudar a densidade mineral óssea (BMD vertebral (L2-L4 e femoral (colo do fêmur de mulheres brancas, normais. MATERIAL E MÉTODO. Mediu-se o BMD de 724 mulheres (40-79 kg; 20-69 anos de idade por dual-energy x-ray absorptiometry e analisaram-se os dados em função da idade e peso corporal (PC. RESULTADOS. As mulheres mais leves (40-49 kg atingiram o BMD máximo (BMDm vertebral e femoral aos 30-39 anos de idade, enquanto as mais pesadas (60-79kg apresentaram BMDm aos 20 anos. No fêmur, houve uma correlação significativa entre BMDm e PC (r=0,97 , p<0,001; slope=0,72%/kg. Em L2-L4, apenas as mulheres com 40-49kg apresentaram BMDm menor do que as demais (p<0,001. A diminuição do BMD vertebral foi mais intensa (-8,3 vs. -5,7%/década e iniciou mais cedo (quarta vs. quinta década nas mulheres pesando 40-59kg do que nas pesando 60-79kg. A diminuição do BMD femoral iniciou logo após o BMDm ser atingido e, até os 69 anos, as mulheres mais pesadas apresentaram um decréscimo 5,3% menor do que aquelas pesando 40-49kg. O BMD vertebral das mulheres brasileiras foi praticamente o mesmo de uma população norte-americana previamente descrita. CONCLUSÕES. 1 O BMD vertebral e femoral das brasileiras estudadas comportou-se, em função da idade, de forma semelhante a de outras populações brancas; 2 havendo o cuidado de corrigir o PC, o BMD das mulheres brasileiras é comparável ao de mulheres norte-americanas; e 3 o PC é importante na aquisição e diminuição da massa óssea, além de influenciar a relação BMD-idade.

  9. As representações sociais da mulher no movimento hip hop Woman's social representations in the hip-hop movement

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Saemi Matsunaga

    2008-04-01

    Full Text Available Este artigo discute as representações sociais da mulher construídas pelo movimento hip hop. Este movimento constitui-se como uma possibilidade de manifestação política de jovens, bem como uma possibilidade de produção artística que, se inicialmente esteve mais presente em espaços não institucionalizados e voltados para a população que vive na periferia, atualmente é consumido por jovens de camadas econômicas distintas. A participação de mulheres, porém, ainda não é significativa (ainda que existam mulheres participando e ouve-se frequentemente músicas (ou raps que veiculam imagens negativas da mulher. Este estudo, portanto, analisa as representações sociais da mulher que estão presentes em letras de rap, problematizando como estas representações constroem, socialmente, modos de "ser" mulher.This paper discusses woman's social representations constructed by the hip-hop movement. This movement constitutes a possibility of younger generations to politically manifest themselves, as well as a possibility of artistic production that at the start was more present in non-institutionalized spaces and aimed at the populations living in marginal districts, it is now being currently consumed by youths of distinct social classes. However, the participation of women has not been significant (even though there are women taking part, and frequently negative images of women are conveyed from these songs (or raps. Thus, this study analyses the woman's social representations which are in rap lyrics, querying how such representations have built social ways of "being" a woman.

  10. “Para mulheres na ciência”: uma análise do programa da L’Oréal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiani Figueiredo Caseira

    2016-01-01

    Full Text Available O presente artigo tem como objetivo investigar premiação da L’Oréal “Para Mulheres na Ciência”. Esta pesquisa se fundamenta a partir do campo teórico dos estudos feministas e de gênero, na sua vertente pós-estruturalista. Os dados de análise serão produzidos a partir da página da premiação, bem como alguns excertos presentes nos sites das parcerias ABC e UNESCO. As análises estarão ancoradas em algumas ferramentas da análise do discurso em Foucault. Nas análises tecidas buscamos algumas condições que possibilitaram a emergência dessa premiação e os discursos produzidos acerca das mulheres na ciência.

  11. REPRESENTATIVIDADE PARLAMENTAR DAS MULHERES NEGRAS NAS ELEIÇÕES DE 2014 E OS POSSÍVEIS FATORES INFLUENCIADORES NA NÃO EQUIDADE DA DISPUTA ELEITORAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shirlei Santos de Jesus Silva

    2016-04-01

    Full Text Available Historicamente excluídas das esferas de poder e dos pleitos eleitorais, as mulheres ainda apresentam participação muito limitada no ambiente institucional e político do País. Para a mulher negra, sujeita a combinados mecanismos discriminatórios de racismo e sexismo, os obstáculos se mostram mais resistentes, demostrando a hierarquia racial e de gênero em nossas sociedades (CARNEIRO, 2003. A cota eleitoral de gênero que tem por alvo, garantir uma maior participação das mulheres na vida política brasileira, dispõe que cada partido ou coligação preencha o mínimo de 30% (trinta por cento e o máximo de 70% (setenta por cento para candidaturas de cada sexo (GROSSI; MIGUEL, 2001. O presente trabalho integrou a ação de extensão intitulada “Manifestações de gênero, raça, sexualidade e religião nas eleições 2014”, com apoio da PROEXT/UFBA. Com finalidade de relacionar dados estatísticos da classificação de cor/raça descritas pelo IBGE, com a representação da mulher negra nas eleições e examinar a cota de gênero nos pleitos, além de pontuar a partir de entrevistas com candidatas negras sobre suas trajetórias políticas e determinadas dificuldades enfrentadas no período eleitoral, este trabalho visa analisar a sub-representatividade parlamentar da mulher negra nas eleições de 2014 e os elementos influenciadores da não equidade na disputa de poder. 

  12. O dogma da formalidade visível e inoperante ante a constatação necessária de medidas reais ao combate da violência contra a mulher: Lei Maria da Penha (da igualdade formal à igualdade real-material

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denigelson da Rosa Ismael

    2010-12-01

    Full Text Available A violência contra a mulher no Brasil é um mal que atravessa os séculos. Está enraizada em uma retrógrada imagem em que a mulher era fantoche do homem, e, mesmo com a Declaração dos Direitos Humanos, o advento da Constituição Federal de 1988 e com tantos Tratados e Convenções Internacionais ratificados pelo Brasil, o quadro continua inerte. No intuito de inibir a violência afetiva, familiar e doméstica contra a mulher, foi promulgada, em 2006, a Lei Maria da Penha, caracterizada, principalmente, pela sua dúplice função proteção/coibição. Todavia, como se trata de uma lei amparada em uma ação afirmativa que impõe medidas de diferenciação, muito se tem discutido a respeito de sua constitucionalidade. Portanto, o presente estudo propõe-se a construir uma reflexão, analisando os mecanismos de proteção à mulher inseridos no corpo da Lei Maria da Penha, como institutos reais de combate ao dogma da igualdade formal visível (existente e inoperante, possibilitando alcançar à mulher um esboço da igualdade real-material. Palavras-chave: Violência contra mulher. Lei Maria da Penha. Igualdade formal. Igualdade real-material. Constitucionalidade.

  13. O processo de reconstrução da vida das mulheres que sofrem violência doméstica no Recife

    OpenAIRE

    das Chagas Saraiva, Jeiza

    2010-01-01

    Este trabalho objetiva compreender como as mulheres interrompem as situações da violência doméstica, numa perspectiva das relações de gênero, desvendando os caminhos percorridos, a continuidade de suas histórias e resignificados que atribuem as suas vidas. Por meio de entrevistas, com mulheres que interromperam ou tentaram romper este tipo de situação, procurou-se reconstruir a rota que elas trilharam na tentativa de efetivar essa reestruturação. Também buscou identificar as es...

  14. A influência da comorbidade com transtornos alimentares na apresentação de mulheres dependentes de substâncias psicoativas

    OpenAIRE

    Brasiliano,Silvia; Hochgraf,Patricia B.

    2006-01-01

    A associação entre transtornos alimentares e dependência de substâncias é freqüente na prática clínica. Apesar de já existirem dados sugestivos de que essa associação possa sinalizar maior severidade nos distúrbios psiquiátricos e clínicos das pacientes, poucas pesquisas avaliaram sua influência no tratamento. Oitenta mulheres dependentes de álcool e drogas que procuraram tratamento em um programa exclusivo para mulheres foram avaliadas por meio da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV...

  15. O impacto da voz na qualidade da vida da mulher idosa Vocal impact on quality of life of elderly female subjects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Olival Costa

    2005-04-01

    Full Text Available Embora várias investigações venham enfocando a fisiologia e anatomia da voz e laringe do idoso, pouco tem sido produzido com a preocupação de saber o impacto das condições vocais na qualidade de vida desta porção da população. OBJETIVO: Verificar o impacto da voz na qualidade da vida da mulher idosa, usando os questionários Short-form Health Survey - SF36 e Voice Index Handicap (VHI. DESENHO DO ESTUDO: Estudo de coorte prospectivo com corte transversal. MÉTODO E MATERIAL: Cinqüenta mulheres idosas participaram desta pesquisa, com idades entre 60 e 87 anos e idade média de 70.8 anos, recrutadas aleatoriamente. As participantes do estudo foram submetidas aos dois questionários: O SF36 e O VHI. Foram comparadas as respostas de ambos os questionários pelo teste de Kruskall-Wallis, verificando se havia diferença significante entre as variáveis. O teste de Spearman foi usado para avaliar se havia correlação entre os resultados das variáveis de VHI com os resultados obtidos no parâmetro de SF36 de qualidade de vida. RESULTADOS: Nós obtivemos valores considerados estatisticamente significantes nas correlações entre domínio físico de VHI e funcionamento físico, dor física e papel físico na vida do SF-36. CONCLUSÃO: Houve uma correlação estatisticamente significante e positiva entre os resultados obtidos nos parâmetros funcionamento físico, vitalidade, saúde geral, saúde mental, dor corporal e papel físico na vida do SF36. Houve uma correlação estatisticamente significante e negativa entre os resultados totais obtidos no SF36 e o VHI.Although there are several investigations focusing the physiology and anatomy of voice and the senior's larynx, little has been produced to support the knowledge of the impact of vocal conditions on quality of life of this portion of the population. AIM: To verify the impact of voice on quality of the life of elderly women, using the questionnaires Short-Form Health Survey - SF36 and

  16. Esporte e mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lino Castellani Filho

    1989-01-01

    Full Text Available Motivados pelas comemorações atinentes ao 8 de março - Dia Internacional da Mulher - assumimos o desafio de tecermos considerações acerca da muiher e o esporte, fenômeno cultural esse, alvo de nossos estudos por estar inserido no nosso campo de atuação profissional.

  17. Cultura médica e decisões reprodutivas entre mulheres infectadas pelo vírus da Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Riva Knauth

    2002-08-01

    Full Text Available As gestantes infectadas pelo vírus da Aids defrontam-se com um conjunto de informações, prescrições e práticas que tornam este período particular em relação a outras gestações e experiências. O presente artigo busca evidenciar os fatores que condicionam as escolhas reprodutivas das gestantes HIV+, em especial no que se refere ao tipo de parto e decisão por esterilização feminina adotado, bem como suas implicações. Os dados apresentados resultam de uma pesquisa desenvolvida nas cidades de São Paulo e Porto Alegre, onde foram entrevistadas sessenta mulheres. A condição de soropositividade para o HIV faz com que o parto seja percebido, pelas gestantes, como uma prescrição médica, deixando o desejo em segundo plano. Mas, além deste fator, o tipo de serviço ao qual a gestante encontra-se vinculada aparece como determinante, tanto para a indicação fornecida como para sua concretização ou não. O fato das expectativas relacionadas ao parto serem determinadas por uma prescrição médica, pouco dependente da vontade ou experiências anteriores, faz com que para muitas mulheres esta experiência seja percebida como mais difícil que os partos anteriores ou pior que o esperado.

  18. Cultura médica e decisões reprodutivas entre mulheres infectadas pelo vírus da Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Riva Knauth

    Full Text Available As gestantes infectadas pelo vírus da Aids defrontam-se com um conjunto de informações, prescrições e práticas que tornam este período particular em relação a outras gestações e experiências. O presente artigo busca evidenciar os fatores que condicionam as escolhas reprodutivas das gestantes HIV+, em especial no que se refere ao tipo de parto e decisão por esterilização feminina adotado, bem como suas implicações. Os dados apresentados resultam de uma pesquisa desenvolvida nas cidades de São Paulo e Porto Alegre, onde foram entrevistadas sessenta mulheres. A condição de soropositividade para o HIV faz com que o parto seja percebido, pelas gestantes, como uma prescrição médica, deixando o desejo em segundo plano. Mas, além deste fator, o tipo de serviço ao qual a gestante encontra-se vinculada aparece como determinante, tanto para a indicação fornecida como para sua concretização ou não. O fato das expectativas relacionadas ao parto serem determinadas por uma prescrição médica, pouco dependente da vontade ou experiências anteriores, faz com que para muitas mulheres esta experiência seja percebida como mais difícil que os partos anteriores ou pior que o esperado.

  19. Políticas de Atenção à Saúde da Mulher: Desafios e Realidades Policies on Women's Health Care: Challenges and Realities Políticas de Atenção à Saúde da Mulher: Desafios e Realidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise de Azambuja Zocche

    2012-11-01

    Full Text Available

    Relato de uma Oficina sobre Políticas de Saúde da Mulher realizada no III Seminário Rotas Criticas: situações limite decorrentes de violências de gênero. Os participantes foram mulheres, dez no total, três estudantes da área da saúde, quatro profissionais da saúde (técnica de enfermagem, psicóloga, enfermeira e assistente social, uma pedagoga e uma advogada. A metodologia utilizada foi a de debate a partir da exposição oral sobre Políticas Publicas de Saúde para mulheres e da audição da música: Mariana foi ao Mar. Ao final do debate concluiu-se que, para compreender e dar conta das necessidades de saúde das mulheres que sofrem violência é preciso revisar, não só, as Políticas de Saúde para as mulheres, mas, também, o ensino da saúde e os processos de trabalho no âmbito da segurança pública.

    Report of a workshop on Women's Health Policy held in the third Critical Paths Seminar: extreme situations resulting from gender violence. The participants were ten women, three health students, four health professionals (nursing technician, psychologist, nurse and social worker, an educator and a lawyer. The methodology used was a debate about Women Public Policy and listening of music: Mariana went to the sea. By the end of the debate, we concluded that to understand and cope with the health needs of women who suffer violence is necessary to review not only the women health policy, but also health education and the work processes within the public safety sector.

    Relato de uma Oficina sobre Políticas de Saúde da Mulher realizada no III Seminário Rotas Criticas: situações limite decorrentes de violências de gênero. Os participantes foram mulheres, dez no total, três estudantes da área da saúde, quatro profissionais da saúde (técnica de enfermagem, psicóloga, enfermeira e assistente social, uma pedagoga e uma advogada. A metodologia utilizada foi a de debate a partir da exposição oral sobre Pol

  20. Repercussões da violência na construção da identidade feminina da mulher presa: um estudo de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Ponstinnicoff de Almeida

    Full Text Available O presente trabalho procurou identificar a influência que os ciclos de violência exercem na formação da identidade da mulher presa. Além das implicações psicológicas, supôs-se que havia uma relação entre o padrão violento e a prática da criminalidade. Após o levantamento do referencial teórico, foram realizadas três entrevistas semi-dirigidas, gravadas, e posteriormente transcritas, com uma detenta que cumpre pena em regime semi-aberto, numa prisão no Estado de São Paulo. O material coletado foi analisado qualitativamente, o que facilitou uma compreensão não conclusiva dos motivos que levaram a colaboradora a agir de maneira criminosa, e, menos ainda, que apontasse saídas e soluções para suas dificuldades. Visou-se a um entendimento acerca da construção de sua identidade e de como o ciclo de agressões pudesse ter influenciado suas escolhas e atitudes. Durante a narrativa, a colaboradora destacou a violência em diversos momentos de sua vida: em casa, em seu meio social, com o parceiro e na prisão, bem como refletiu acerca das repercussões desse histórico. Nesse caso, verifica-se que a falta de recursos e de oportunidades de trabalho, a violência doméstica, a drogadição e a criminalidade, além de um filho de três anos, são apenas fragmentos de toda a formação de sua identidade. Ademais, percebe-se que ouvir o relato de vida de outra pessoa proporciona a revisão das próprias atitudes e atua na quebra de preconceitos, pois permite uma aproximação do ser humano enquanto possibilidade de eterna construção. Por fim, propõe-se a execução de estudos posteriores que possibilitem a elaboração de projetos com egressos bem como a criação de programas de intervenção psicológica no sistema prisional.

  1. Uma analítica da produção da mulher empoderada An analysis of the production of the empowered woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Vasco Santos

    2011-08-01

    Full Text Available O artigo discute os processos de objetivação e subjetivação dos corpos de mulheres de camadas populares, por meio de práticas de saber-poder acionadas pelo Programa de Capacitação de Multiplicadores/as em Gênero e Políticas Públicas, proposto pela Federação de Órgãos para Assistência Sócio-Educacional (FASE, organização não governamental. A partir da leitura crítica das práticas feministas e da análise histórica de documentos, busca analisar, com as contribuições dos instrumentos da genealogia, em Michel Foucault, as práticas da FASE como dispositivo de produção de modos de subjetivação, que procuram constituir a "mulher empoderada", objetivando a "transformação das relações de gênero na sociedade". Finaliza-se o texto problematizando como o empoderamento proposto pela FASE implica a produção de uma visão de poder jurídica e economicista, que visa à redenção de mulheres.The article discusses the processes of objectification and subjectification of bodies of women from popular classes, through practices of knowledge-power driven by the Program for Training Trainers / the Gender and Public Policies, proposed by the Federação de Órgãos para Assistência Sócio-Educacional (FASE, a non-governmental organization. From the critical reading of feminist practice and analysis of historical documents, seeks to analyze, with the contributions of the tools of genealogy, in Michel Foucault, the practices of FASE as a device for producing modes of subjectivity, seeking to be "empowered woman", aiming at the "transformation of gender relations in society". The text ends up questioning how empowerment as proposed by FASE implies in the production of a vision of power and legal economist, which seeks the redemption of women.

  2. A FREQUENTE LUTA DAS MULHERES POR PUNIÇÕES AOS SEUS AGRESSORES: FEMINICÍDIO X LEI MARIA DA PENHA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brizza Oliveira Lima

    2017-03-01

    Full Text Available Resumo: Ainda que existam leis no ordenamento jurídico brasileiro que visam proteger os direitos humanos das mulheres, como a lei nº 11.340 de 07 de Agosto de 2006 – Lei Maria da Penha, e a mais recente, lei nº 13.104 de 09 de março de 2015 – Lei do Feminicídio, que inseriu no §2º do artigo 121, do Código Penal a figura do feminicídio como qualificadora do crime de homicídio, perdura ainda, a persistência da violência contra a mulher. Este artigo busca responder a seguinte questão: Se a Lei Maria da Penha fosse mais bem estruturada na sua aplicabilidade, o Feminicídio diminuiria? Com base nas informações coletadas em artigos científicos, pesquisas, leis e em doutrinas do Direito das quais demonstram que a figura do Feminicídio, pode em certas hipóteses imiscuir-se no conhecimento da Lei Maria da Penha, a qual ao ponto de vista deste estudo poderia prevenir diversos feminicídios, preservando a vida de cada uma das mulheres violentadas e muitas vezes mortas.

  3. O acesso da mulher trabalhadora à justiça do trabalho do Rio Grande do Sul (1941-1946 = The access of women workers to the labour court of Rio Grande do Sul (1941-1946

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schneider, Giselda Siqueira da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A pesquisa tem por objetivo verificar acerca do acesso da mulher trabalhadora à Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul, no recorte temporal 1941-1946. O estudo realizou-se no Memorial da Justiça do Trabalho da 4ª Região, na cidade de Porto Alegre, a quem coube a guarda dos processos judiciais preservados e utilizados como fontes primárias. Considerando a legislação protetiva em relação ao trabalho da mulher no Brasil entre 1930 a 1945, entre outros direitos, como o direito ao voto em 1932, quer-se verificar sobre a relação da mulher trabalhadora em busca de direitos a essa instância judicial, num período onde havia muito preconceito e discriminação em relação à própria mulher e ao trabalho feminino. Assim, a luz da historiografia, mais especificamente com o campo de estudo da história das mulheres, quer-se compreender sobre a mulher trabalhadora dentro da perspectiva de que tais mulheres sempre tiveram atuação política, participando da esfera pública, de acordo com as possibilidades encontradas em cada período. Ademais, a pesquisa em tais fontes pretende também, demonstrar o valor histórico dos documentos, no presente caso, dos processos judiciais, aliado à pesquisa e à revisão bibliográfica, visando compreender um pouco mais, do universo das mulheres trabalhadoras rio-grandenses no período e a possível relação da Justiça do Trabalho no tocante à promoção e efetividade dos direitos sociais

  4. Gravidez após violência sexual: vivências de mulheres em busca da interrupção legal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leme Machado

    2015-02-01

    Full Text Available No Brasil, a realização de interrupção legal de gestação consequente à violência sexual é permitida por lei. O objetivo deste estudo foi relatar vivências de mulheres após a violência sexual, no diagnóstico de gravidez, na busca pelo serviço de interrupção legal da gestação e durante a internação em um hospital universitário. Foi realizada pesquisa qualitativa com entrevistas semiestruturadas em dez mulheres de 18-38 anos e escolaridade ≥ 8 anos, após 1-5 anos da interrupção legal da gestação. As mulheres desconheciam o direito à interrupção legal da gestação, sentiram a violência sexual como experiência vergonhosa, mantiveram segredo e não procuraram qualquer atendimento imediato. O diagnóstico de gravidez provocou sentimentos de angústia e desejo de abortar. Para as mulheres que procuraram o setor de saúde suplementar as orientações foram precárias ou não aconteceram. O atendimento dos profissionais mostrou-se relevante para assimilação da experiência do aborto. É necessário divulgar o direito à interrupção legal da gestação e a existência de serviços que a realizam, e capacitar profissionais de saúde e segurança pública para atender esses casos.

  5. Análise das capacidades físicas de mulheres com fibromialgia segundo o nível de gravidade da enfermidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Latorre Roman Pedro Ángel

    2012-10-01

    Full Text Available A fibromialgia (FM é uma síndrome crônica que se caracteriza por dor musculoesquelética generalizada, que provoca acentuada redução na capacidade física dos pacientes afetando a sua saúde e qualidade de vida. OBJETIVO: Avaliar a capacidade física dos pacientes com FM relacionada com a gravidade da enfermidade. MÉTODO: Estudo descritivo transversal sobre uma amostra de 66 mulheres com FM (idade: 51,79 ± 8,02 anos e um grupo de controle de mulheres saudáveis (idade 50,26 ± 8,75 anos. Analisou-se a amplitude física mediante bateria de provas físicas específicas com aplicação de questionários: Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ e o Short-Form Healthy Survey (SF-36, na versão espanhola. RESULTADOS: As mulheres saudáveis apresentam os valores de amplitude física superiores aos das mulheres enfermas com (p < 0,05 exceto na prova de dinamometria manual. Exclusivamente na prova de agilidade se pôde discriminar os pacientes de FM segundo a gravidade da enfermidade (p = 0,021. A qualidade de vida nos pacientes com FM se encontra muito deteriorada em comparação (p = 0,021 com as mulheres saudáveis e os valores que normatizam a sociedade espanhola. CONCLUSÕES: A análise das capacidades físicas é um elemento de relevância clínica na avaliação complementar da fibromialgia.

  6. Diferenças entre homens e mulheres na qualidade da dieta: estudo de base populacional em Campinas, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de Assumpção

    Full Text Available Resumo Objetivou-se avaliar as diferenças entre homens e mulheres no indicador global e nos componentes do Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R, bem como quanto aos fatores associados ao IQD-R. Trata-se de estudo transversal de base populacional que analisou informações de 949 adultos. Para cada sexo, foram estimadas as médias do IQD-R global e de seus componentes. As mulheres apresentaram escores superiores nos componentes de frutas, vegetais e leite; entre os homens, o escore foi maior apenas para o componente carnes e ovos. Quanto aos fatores associados, diferença importante foi observada entre os sexos. Nos homens melhores índices foram observados nos de 40 anos ou mais e nos que não faziam nada para emagrecer. Nas mulheres, o avanço da idade, a prática de atividade física no lazer, não fumar, residir com menos de três pessoas no domicílio e a presença de doença crônica foram associados à melhor qualidade da dieta. Os resultados apontam a necessidade de desenvolver estratégias para melhorar a qualidade da alimentação dos adultos, especialmente a dos homens.

  7. A construção de uma ferramenta social para promoção da saúde e dos direitos das mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Mara Pedrosa

    2009-04-01

    Full Text Available Este artigo relata a construção de uma estratégia de enfrentamento da violência, na área da saúde, que objetivou auxiliar mulheres em situação de violência e profissionais de saúde a compreender o problema e nele intervir a partir da realidade local. Construiu-se o Guia da mulher: Ações de promoção dos direitos, a partir do diálogo com mulheres de uma comunidade em oficinas participativas. A construção do guia foi norteada pela perspectiva do construcionismo social, que compreende a violência de gênero como fenômeno coletivo. O material tem sido utilizado nos serviços de saúde e distribuído gratuitamente às usuárias do Sistema Único de Saúde.

  8. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil Enfrentamiento de la violencia infligida por la pareja intima por mujeres en área urbana de la región Noreste de Brasil Facing violence by intimate partner: the experience of women in an urban area of Northeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  9. Estupro e gravidez: Relatos das vivências de mulheres antes e após o desfecho da gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mykaella Cristina Antunes Nunes

    Full Text Available Resumo Investigou-se a experiência de três mulheres que engravidaram resultado de estupro, usuárias de um hospital-maternidade de Fortaleza, Ceará, destacando as vivências anteriores e após o desfecho da gestação (a continuidade ou a interrupção legal. Em dois casos houve a interrupção legal da gestação e em um caso a continuidade, após ter sido negada a concessão para a realização do aborto. Os motivos relacionados à interrupção da gravidez foram: pensamentos e sentimentos negativos em torno da violência, da criança e da perspectiva de vida futura. Após o desfecho, as participantes que interromperam a gestação expressaram o desejo de retomar ou iniciar projetos de vida e no caso da participante que precisou dar continuidade à gestação, sinais de uma possível vinculação afetiva com a criança. Conclui-se que tais experiências necessitam ser conhecidas em seus aspectos de interrupção ou de continuidade da gestação para a melhoria das políticas públicas voltadas para essas mulheres.

  10. O corpo e a saúde da mulher El cuerpo y la salud de la mujer Woman's health and the body

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dulce Maria Rosa Gualda

    2009-12-01

    Full Text Available O artigo teve como objetivo realizar uma reflexão teórica sobre corpo durante eventos no curso da vida da mulher na perspectiva teórica fenomenológica e os métodos de pesquisa usados na sua abordagem, conduzidas por docentes da área da Saúde da Mulher da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Esta temática foi escolhida em decorrência da centralidade adquirida pelo corpo na sociedade atual e a relevância do tema. Neste texto mostramos sua aplicabilidade na área da Saúde da Mulher, os resultados de algumas pesquisas com diferentes métodos, tendo como foco o corpo em eventos do curso da vida da mulher.El estudio tuvo como objetivo hacer una reflexión teórica sobre la temática del cuerpo durante los eventos del curso de la vida de la mujer en la perspectiva fenomenológica y los métodos de investigación utilizados en su enfoque, dirigidos por profesores del area de Salud de la Mujer en la Escuela de Enfermería de la Universidad de São Paulo. Este tema fue elegido debido a la centralización adquirida por el cuerpo en la sociedad contemporánea y la importancia del tema. En este trabajo se presenta su aplicabilidad en el ámbito de la salud de la mujer, los resultados de algunos estudios sobre los diferentes métodos, centrados en el cuerpo acerca de los acontecimientos del curso de la vida de la mujer.The study aimed to develop a theoretical reflection on the thematic "body" during woman´s life course events in the phenomenological perspective and the research methods used in their approach, led by faculty of Women´s Health area at the School of Nursing, University of São Paulo. This theme was chosen due to the centrality acquired by the body in contemporary society and the relevance of the topic. In this paper we show its applicability in the field of Women's Health, the results of some studies using different methods, focusing on the body on woman´s life course events.

  11. Efeito agudo da técnica de reeducação postural global na postura de mulheres com encurtamento da cadeia muscular anterior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Pavan Rossi

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A reeducação postural global (RPG é um método de avaliação e tratamento das diversas disfunções posturais, que utiliza posturas globais para tratar as cadeias musculares em alteração. OBJETIVO: Analisar o efeito de uma sessão de RPG na postura de mulheres com encurtamento da cadeia muscular anterior. MÉTODOS: Trinta voluntárias (20 ± 2,4 anos com encurtamento da cadeia anterior foram divididas aleatoriamente em dois grupos: grupo experimental e grupo controle. No grupo experimental foi aplicada a postura de RPG (40 min, e no grupo controle, as participantes não foram submetidas a nenhum procedimento. Foram mensuradas 11 variáveis relacionadas à análise postural por meio da fotometria, antes e imediatamente após a técnica de reeducação postural. RESULTADOS: Algumas variáveis relacionadas à posição da cabeça e do ombro apresentaram alterações significativas: o ângulo de protusão da cabeça (p = 0,00, o alinhamento horizontal da cabeça (p = 0,02, distância fio de prumo-trago (p = 0,00 e distância fio de prumo-acrômio (p = 0,00. CONCLUSÃO: A técnica de reeducação postural global apresentou efeito imediato na posição da cabeça e do ombro, porém uma única intervenção não foi capaz de alterar o posicionamento de outras estruturas analisadas, como o tronco, a pelve e o membro inferior.

  12. A educação e o processo de inclusão: exclusão social da mulher: uma questão de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca

    Full Text Available Utilizando a categoria analítica gênero, este trabalho mostra como se dão historicamente as relações sociais (de poder entre homens e mulheres e como os valores femininos vão cedendo lugar aos masculinos. Nesse contexto, assume especial importância o processo educativo enquanto um dos determinantes da inclusão/exclusão social da mulher.

  13. O efeito da infidelidade sobre a atratividade facial de homens e mulheres The effect of infidelity on male and female facial attractiveness

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Suemi Tokumaru

    2010-04-01

    Full Text Available Os estudos da atratividade e da seleção de parceiros têm recebido atenção especial dentro da perspectiva da Psicologia Evolucionista, mostrando influências tanto de fatores físicos quanto de fatores não-físicos. Neste estudo, utilizou-se de fotografias da face de homens e mulheres, pré-julgados como medianamente atraentes, desconhecidos dos participantes, associadas a uma história neutra ou que envolvia comportamento de infidelidade, para avaliar a influência de informação sobre o comportamento de infidelidade na avaliação da atratividade de indivíduos do sexo oposto. Os resultados mostraram diferenças significativas apenas quando as mulheres avaliavam fotografias de homens, atribuindo menor atratividade a homens associados à história de infidelidade. As diferenças entre homens e mulheres podem refletir mecanismos adaptativos para a avaliação da atratividade do sexo oposto relacionados às diferenças nos custos reprodutivos. Esses resultados são discutidos sob a perspectiva da Psicologia Evolucionista.Studies of attractiveness and mate selection have received special attention within the Evolutionary Psychology perspective, showing influences from both physical and non-physical factors. In the present study, we used photographs showing faces of men and women, pre-judged as median attractive people, unknown to the participants, associated with neutral stories or stories involving infidelity behavior, to investigate the influence of information about infidelity behavior on the evaluation of attractiveness of opposite sex individuals. Results showed significant differences only when women evaluated men's photographs, attributing lower attractiveness to men associated with a story of infidelity. The sex differences found may represent adapted mechanisms to evaluate opposite sex attractiveness related to differences in reproductive costs. These results are discussed mainly under the Evolutionary Psychology perspective.

  14. A maternidade afeta o engajamento da mulher no mercado de trabalho?: um estudo utilizando o nascimento de gêmeos como um experimento natural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pazello Elaine Toldo

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo foi analisar o impacto de um choque exógeno na fecundidade - nascimento de gêmeos na primeira gravidez - sobre o engajamento da mulher na força de trabalho. A hipótese assumida é que embora a decisão de ter filhos seja endógena, a ocorrência de gêmeos é um evento aleatório. Os resultados obtidos sugerem que um aumento não planejado no número de filhos tem efeito negativo apenas sobre a probabilidade de participação da mulher no mercado de trabalho, e mesmo assim apenas no curto prazo.

  15. A maternidade afeta o engajamento da mulher no mercado de trabalho?: um estudo utilizando o nascimento de gêmeos como um experimento natural

    OpenAIRE

    Pazello,Elaine Toldo

    2006-01-01

    O objetivo deste artigo foi analisar o impacto de um choque exógeno na fecundidade - nascimento de gêmeos na primeira gravidez - sobre o engajamento da mulher na força de trabalho. A hipótese assumida é que embora a decisão de ter filhos seja endógena, a ocorrência de gêmeos é um evento aleatório. Os resultados obtidos sugerem que um aumento não planejado no número de filhos tem efeito negativo apenas sobre a probabilidade de participação da mulher no mercado de trabalho, e mesmo assim apenas...

  16. Uso popular de plantas medicinais por mulheres da comunidade quilombola de Furadinho em Vitória da Conquista, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. R. Oliveira

    2015-10-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho realizar um levantamento do uso popular de plantas medicinais por mulheres da Comunidade Quilombola de Furadinho em Vitória da Conquista-Bahia. O trabalho foi realizado na comunidade Quilombola de Furadinho, visando identificar as principais plantas utilizadas com fins medicinais, as formas de obtenção, sua indicação medicinal, a parte da planta utilizada, as formas de preparo, bem como as formas de obtenção e transmissão deste conhecimento. Para a realização dessa pesquisa foram entrevistadas 14mulheres com idades variadas, moradoras dessa comunidade, através de questionários semi estruturados, e análise descritiva. Constatou-se um vasto conhecimento relacionado ao uso de plantas medicinais entre as entrevistadas, o qual foi adquirido de forma oral através de pais e avós. As plantas medicinais utilizadas são em sua maioria cultivadas em quintais, sendo as folhas a parte mais utilizada nas preparações medicamentosas, e a principal forma de preparo são os chás. Foram identificadas 30 plantas com fins medicinais e terapêuticos, sendo a Erva cidreira, o Capim santo, o Hortelã grosso, a Arruda e a Erva doce as mais utilizadas.Popularized use of medicinal plants by women of Quilombo of Furadinho community in Vitoria da Conquista, Bahia, Brazil Abstract: This work aimed to carry out a survey of the popular use of medicinal plants by women of Furadinho Quilombo Community in Vitória da Conquista, Bahia. The work was conducted in the Furadinho Quilombo Community, aiming at identifying the main plants used for medical purposes, the ways of obtaining, its indication medicinal, the part of the plant used, the forms of preparation, as well as ways of obtaining and transmission of this knowledge. For the realization of this research were interviewed 14 women with ages varied, dwell in this community, through semi-structured questionnaires, and descriptive analysis. It was found a vast knowledge related to

  17. A MULHER NO TRABALHO: A SITUAÇÃO DE FUNCIONÁRIAS DA HOTELARIA DE JOÃO PESSOA-PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora de Souza Costa

    2011-10-01

    Full Text Available As questões referentes à mulher no mercado de trabalho têm sido cada vez mais objeto de estudo, sendo que os enfoques podem ser relacionados à ocupação das mulheres por setores econômicos; aos problemas relacionados à situação da mulher no mercado de trabalho; à qualidade de vida no trabalho; as políticas e práticas de gestão de pessoas; entre outros. Dentro desse panorama, torna-se importante identificar o papel da mulher dentro das empresas hoteleiras. Assim, o objetivo desse estudo é analisar a situação de funcionárias da hotelaria de João Pessoa – PB. A pesquisa foi desenvolvida em duas etapas: na primeira foi realizada uma pesquisa descritiva exploratória onde foi aplicado um questionário com os gerentes dos hotéis e, na segunda, foi aplicado um questionário as funcionárias. O estudo evidenciou que existe uma percepção positiva sobre a maioria das vivências no cotidiano de tais empresas no que concerne aos aspectos que foram abordados. Registra-se ainda que as funcionárias possuem uma imagem positiva da empresa tendo em vista que 94% das funcionárias consideram a empresa como um bom local de trabalho e, em sintonia com isto 80% assinalou que indicaria um amigo para trabalhar na empresa.

  18. Prevenção da violência contra mulheres: desafios na articulação de uma rede intersetorial Prevention of violence against women: challenges in the articulation of an intersetorial network Prevenção da violência contra mulheres: desafios na articulação de uma rede intersetorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Krieger Grossi

    2012-11-01

    Full Text Available

    Este artigo tem por objetivo destacar a importância da intersetorialidade na prevenção da violência contra a mulher através da articulação de diferentes atores sociais preocupados e comprometidos com a redução dos índices de violência contra a mulher e conseqüentemente com uma sociedade mais justa e equitativa. Estes desafios na articulação da rede de serviços de proteção à mulher em situação de violência doméstica serão ilustrados pelas falas de gestores das políticas de assistência social, coordenadores das Políticas de Mulheres e profissionais que atuam em Centros de Referência de Mulheres, Centros de Referência de Assistência Social (CRAS e Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS em municípios do Estado do Rio Grande do Sul.

    This article has the objective of highlighting the importance of sectoriality action in the prevention of violence against women through the articulation of different social actors concerned and committed to the reduction of the violence against women rates, and consequently with a more fair and equal society. These challenges in the articulation of the network of protection services for women in domestic violence are illustrated by the managers of the social welfare policies, coordinators of women´s policies and professionals that work in Reference Centers for Women, Reference Centers of Social Welfare (CRAS and Specialized Reference Center of Social Welfare (CREAS in municipalities of the State of Rio Grande do Sul.

    Este artigo tem por objetivo destacar a importância da intersetorialidade na prevenção da violência contra a mulher através da articulação de diferentes atores sociais preocupados e comprometidos com a redução dos índices de violência contra a mulher e consequentemente com uma sociedade mais justa e equitativa. Estes desafios na articulação da rede de serviços de proteção à mulher em situação de violência dom

  19. A saia justa da Arqueologia Brasileira: mulheres e feminismos em apuro bibliográfico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loredana Ribeiro

    2017-10-01

    Full Text Available Este trabalho introduz uma reflexão sobre as condições estruturantes da arqueologia brasileira no que se refere a assimetrias de sexo e gênero, mapeando o papel das arqueólogas e das teorias feministas nos processos de construção e comunicação científica e na formação de estudantes a partir da composição sexual da comunidade científica, da análise de publicações em periódicos e dos projetos pedagógicos dos cursos de graduação em Arqueologia.

  20. O PAPEL SOCIAL DA MULHER BRASILEIRA NAS DÉCADAS DE 30 A 60, RETRATADA ATRAVÉS DAS PROPAGANDAS VEICULADAS NA REVISTA O CRUZEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Spengler Azambuja

    2006-01-01

    Full Text Available O desenvolvimento de novas tecnologias de comunicação contribuíram para a construção de novas abordagens sobre os mais diversos temas. O estudo imagético apresenta-se como uma ferramenta auxiliar que através das imagens, veiculadas pelos meios de comunicação, direcionados ao público feminino, nos proporciona um maior entendimento do papel social da mulher ao longo do tempo. O presente trabalho pretende abordar evoluções históricas relevantes ao estudo do comportamento do consumidor, no que se refere ao papel feminino na propaganda. A pesquisa destaca a utilização das áreas da Comunicação e História para a coleta de informações na construção de uma caracterização do papel feminino frente ao consumismo, identificando no espaço brasileiro das décadas de 30 a 60, através de alguns anúncios publicitários impressos na revista O Cruzeiro. Percebeu-se as maneiras pelas quais a propaganda se modificou e ajudou a modificar o perfil feminino contemporâneo. A propaganda será o fio condutor que liga uma mulher “vitoriana”, apegada aos valores familiares conservadores, ainda tímida enquanto agente de mudança social, a uma mulher revigorada, atenta ao seu papel em uma sociedade em transformação. Orientada pelos valores de consumo tanto para a aquisição de produtos que a auxiliasse na proteção familiar, tanto aos que a induziam à liberdade de expressão e a americanização dos padrões e comportamentos, as mulheres brasileiras sempre foram modelos de referência ao comportamento do consumidor. Alvo de grande parte dos esforços da propaganda nacional, a mulher é colocada como uma engrenagem chave do processo de consumo na sociedade contemporânea e é o objeto através do qual a publicidade pretendeu alcançar seus objetivos comerciais. Palavras-chave: Mulher. Propaganda. Comunicação. Comportamento.

  1. Composição de ácidos graxos do leite materno em mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Y. Nishimura

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a composição de ácidos graxos do leite humano maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira. MÉTODOS: Amostras de leite materno maduro foram obtidas de 47 mulheres lactantes com idade entre 18 e 35 anos, que tiveram partos a termo e em aleitamento exclusivo ou predominante. A coleta de leite se deu a partir da 5ª semana pós-parto, por meio de ordenha manual. A composição de ácidos graxos do leite foi determinada por cromatografia gasosa. RESULTADOS: Verificou-se que a concentração de eicosapentaenoico (0,08% foi superior ao observado em estudos brasileiros prévios. Entretanto, o teor de docosahexaenoico (0,09% encontrado no leite humano foi um dos menores já verificados no mundo. O teor de ácidos graxos trans (2,05% foi similar ao relatado em estudos nacionais prévios à obrigatoriedade de declaração do teor deste em rótulos de alimentos, sugerindo que esta medida não surtiu efeito na redução de seu teor na dieta habitual das mulheres. CONCLUSÕES: Baixo teor de docosahexaenoico e elevada concentração de ácidos graxos trans foram verificados no leite materno maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira.

  2. Prevenção da violência conjugal contra a mulher Prevention of conjugal violence against women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Aparecida Alves Cabral

    1999-01-01

    Full Text Available Este trabalho visa a realizar uma revisão bibliográfica da literatura médica, psicológica, psiquiátrica e sociológica, concernente ao combate à violência conjugal contra a mulher. Analisa criticamente as medidas preventivas propostas em países com alto índice de desenvolvimento humano, como é o caso do Canadá e da França, tomando por base a aplicabilidade e eficácia dessas medidas. Compara esta aplicação com o que é realizado no Brasil neste momento. Levanta a bibliografia, principalmente destes últimos dez anos, selecionando artigos de países como a Inglaterra, Estados Unidos, Canadá e França. Estes países possuem os serviços de atenção às vítimas de violência conjugal, assim como de seus agressores, mais estruturados e bem equipados do mundo.Têm também um maior volume de publicações sobre este assunto específico. Selecionaram-se alguns artigos brasileiros para situar melhor a questão no país. Medidas preventivas como a ampliação de redes telefônicas de ajuda; a implantação de casas-abrigo em situações emergenciais; a redução da tolerância social aos atos de violência, aumentando as penalidades; a assistência jurídica e terapêutica aos envolvidos, são citadas em inúmeros trabalhos que abordam a prevenção da violência conjugal contra a mulher.The basic purpose of this study was to perform a review of the medical, psychological, psychiatric, and sociological literature on wife battering. The article provides a critical analysis of the preventive measures adopted by countries with high human development indices, like Canada and France, based on the efficacy of such measures. It compares this application with that currently being conducted in Brazil. The methodology involved a search of the pertinent literature, especially from the last ten years, from such countries as England, the United States, Canada and France. These countries have the world's best organized services to aid women who have

  3. Fisioterapia no tratamento das mulheres Angolanas com cancro da mama no Centro Nacional de Oncologia

    OpenAIRE

    Carlos, Joice Vânia da Silva

    2014-01-01

    Mestrado em Fisioterapia O cancro da mama é uma das doenças com maior impacto na sociedade angolana, não só por ser muito frequente e associado a uma imagem de grande gravidade, mas também porque se desenvolve em um órgão cheio de simbolismo na maternidade e na feminilidade. O Centro Nacional de Oncologia (CNO) reúne as principais opções terapêuticas do campo da oncologia: quimioterapia, radioterapia, cirurgia, hormonoterapia e imunoterapia, não sendo, os serviços de fisioterapia parte do ...

  4. Acurácia da histerossonografia versus ultrassonografia transvaginal em mulheres inférteis candidatas às técnicas de reprodução assistida

    OpenAIRE

    Vilela,João Rocha; Cardoso,Maria Teresinha de Oliveira; Franco Júnior,José Gonçalves; Pontes,Anaglória

    2012-01-01

    OBJETIVO: Comparar a acurácia diagnóstica da histerossonografia (HSN) com a da ultrassonografia transvaginal convencional (USG) na avaliação da cavidade uterina de mulheres inférteis candidatas às técnicas de reprodução assistida (TRA). MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal comparativo com 120 mulheres inférteis candidatas à TRA, acompanhadas no Centro de Reprodução Assistida (CRA) do Hospital Regional da Asa Sul (HRAS), Brasília - DF, no período compreendido entre agosto de 2009 e novembro...

  5. A representação do feminino: a construção identitária da mulher japonesa moderna

    OpenAIRE

    Mina Isotani

    2016-01-01

    O presente trabalho tem por objetivo fazer um panorama da Representação da figura feminina em quatro obras literárias, que abrangem desde o período Moderno até a atualidade do Japão: As irmãs Makioka, de Junichirô Tanizaki, Minha querida Sputnik, de Haruki Murakami, Kitchen, de Banana Yoshimoto e A mulher na outra margem, de Mitsuyo Kakuta. A construção das personagens e o contexto no qual estão inseridas são escopo para refletirmos sobre as imposições governamentais a que foram expostas e co...

  6. Avaliação do risco-benefício dos bifosfonatos em mulheres com osteoporose da pós-menopausa

    OpenAIRE

    Oliveira, Pedro Miguel Costa Ferreira

    2011-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado em Medicina, área cientifica de Ginecologia, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra A osteoporose da pós-menopausa é um problema major de saúde pública que pode afectar cerca de 20 % destas mulheres. A maioria destes casos carece de tratamento farmacológico, e os bifosfonatos são, actualmente, os agentes de primeira linha no tratamento deste distúrbio esquelético. Este trabalho tem por objectivo proceder à avaliação do perfil ...

  7. Infecção do trato urinário não complicada na mulher: relato de caso e revisão da literatura

    OpenAIRE

    Charlene da Rocha Braggiato; Carlos Alberto Emílio Leopoldo Lazar

    2017-01-01

    A infecção do trato urinário (ITU) é uma doença frequente, que ocorre em todas as faixas etárias afetando principalmente mulheres. Ela se apresenta com picos de maior acometimento no início da atividade sexual ou relacionados a ela, durante a gestação ou na menopausa. Alterações da flora vaginal, estados de hipoestrogenismo, diabetes mellitus, imunodepressão, incontinência urinária, atividade sexual, uso de diafragmas ou espermicidas e gestação são citados como fatores de risco. Predisposição...

  8. Os Meios de Comunicação e a Figura da Mulher: uma reflexão sobre a personagem Clara da telenovela Em Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Baccega

    2016-06-01

    Full Text Available O presente artigo tem por objetivo refletir acerca da construção da figura da mulher operada pelos meios de comunicação, através de um dos seus produtos culturais, a telenovela brasileira. Para tanto, propõe uma investigação que aborda a visibilidade da mulher na mídia, trazendo como arcabouço teórico Baccega (1994; 1999, Escosteguy (2011 e Hall (2013, no que tange aos discursos midiáticos; Lippmann (1966, Bourdieu (2002, Scott (1995, Butler (2015 e Louro (2000 para refletir sobre a figura da mulher. Levando em conta o contexto hegemônico, o presente artigo propõe discutir a ideologia bem como a indústria cultural a fim de analisar, como objeto empírico, a personagem Clara, protagonizada pela atriz Giovanna Antonelli, na telenovela brasileira Em Família, da TV Globo.

  9. O discurso de parto de mulheres vivenciando a experiência da primeira gestação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia R. Nozawa

    1996-01-01

    Full Text Available Este trabalho é parte integrante de um estudo realizado junto a um grupo de mulheres, clientes de um centro de saúde escola, que vivenciavam a experiência da primeira gravidez, com o objetivo de desenvolver e avaliar uma ação educativa participante. A ação educativa foi desenvolvida sob a perspectiva de uma relação pedagógica calcada no diálogo e na participação ativa das educandas no processo, assim, o referencial metodológico do estudo inspirou-se na concepção de educação libertadora e na metodologia participativa em pesquisa. Os dados apresentados e a análise realizada referem-se à discussão sobre o parto que apresentou-se como tema central durante todo o processo educativo. Pelo emprego da Análise de Discurso como instrumento de avaliação da ação realizada foi possível identificar o sentido predominantemente negativo de parto no discurso das gestantes, bem como discutir o processo de constituição desse discurso apontando estratégias que promovam a superação de tal significado visando subsidiar a prática educativa realizada por profissionais de saúde junto a esse grupo específico da clientela.This paper is part of a study carried out with a group of women, at a school health centre, experiencing their first gestation. The study aims at developing and evaluating a participative educative action. Such action has been developed from a pedagogic relation perspective based on dialogue and active participation of the women in in the educative process. Thus the methodological framework derived from the concept of freeing education and participation research methodology. Both the data used and analysis perfomed refer to the discussion on delivery - the central issue of the whole educative process. The use of Discourse Analysis as an evaluative tool of the action allowed the identification of the predominantly negative meaning of delivery in the pregnant women's discourse as well as the discussion of the production

  10. Avaliação da capacidade orgástica em mulheres na pós-menopausa

    OpenAIRE

    Penteado,Sonia Regina Lenharo; Fonseca,Angela Maggio da; Bagnoli,Vicente Renato; Assis,Joserita Serrano; Pinotti,José Aristodemo

    2004-01-01

    OBJETIVO: Correlacionar a capacidade orgástica (durante a relação sexual e/ou a masturbação solitária) de mulheres pós-menopausadas, saudáveis e sem tratamento hormonal com fatores climatéricos, psicossociais, comportamentais, hormonais e interpessoais. MÉTODOS: De um total de 999 mulheres avaliadas com idade entre 41 e 60 anos, selecionaram-se 60 mulheres saudáveis, sexualmente ativas, com pelo menos um ano de amenorréia, útero íntegro, relacionamento estável com parceiro capacitado ao coito...

  11. Efeitos cardiovasculares da abstinência do fumo no repouso e durante o exercício submáximo em mulheres jovens fumantes

    OpenAIRE

    Pureza,Demilto Yamaguchi da; Sargentini,Lina; Laterza,Rose; Flores,Lucinar Jupir Forner; Irigoyen,Maria Cláudia; Angelis,Kátia de

    2007-01-01

    OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito da abstinência do fumo nas respostas cardiovasculares ao exercício físico progressivo submáximo em mulheres sedentárias fumantes. MÉTODOS: A pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) e a freqüência cardíaca (FC) foram medidas de forma não invasiva em mulheres jovens não fumantes (MNF, n = 7) e fumantes (MF, n = 7), sem e com abstinência do fumo por 24 horas, em repouso, durante a realização do teste submáximo em biciclet...

  12. Enfrentamento e percepção da mulher em relação à infecção pelo HIV

    OpenAIRE

    Renesto, Helana Maria Ferreira; Falbo, Ana Rodrigues; Souza, Edvaldo; Vasconcelos, Maria Gorete

    2014-01-01

    OBJETIVO Analisar o enfrentamento e as percepções das mulheres em relação à descoberta da infecção pelo HIV. MÉTODOS Estudo qualitativo em Serviço de Assistência Especializada em HIV/aids em Recife, PE, de janeiro a setembro de 2010. Participaram oito mulheres entre 27 e 37 anos de idade vivendo com HIV, assintomáticas, sem critérios de diagnóstico de aids, infectadas por meio de relação sexual, e acompanhadas no serviço há pelo menos um ano. Foram utilizados formulário para caracterizar o ...

  13. O estigma da violência sofrida por mulheres na relação com seus parceiros íntimos The stigma of violency suffered by women in their intimate relationship with partners

    OpenAIRE

    Virginia Moreira; Georges Daniel Janja Bloc Boris; Nadja Venâncio

    2011-01-01

    Este artigo descreve uma pesquisa sobre o estigma da violência sofrida pelas mulheres na relação com seus parceiros íntimos. Focaliza a compreensão de quais fatores determinantes na relação agressivo-abusiva concorrem para que as mulheres sintam tanta dificuldade de denunciar seus agressores. Fizemos uso do método fenomenológico crítico mundano e, como instrumento, usamos entrevistas áudio-gravadas. Os resultados mostram que essas mulheres suportam várias modalidades de violência na relação c...

  14. A fruição dos direitos humanos da mulher e a Lei Maria da Penha

    OpenAIRE

    Marcondes, Thereza Christina Vieira

    2010-01-01

    Os temas relacionados à violência doméstica e à desigualdade de gênero demandam interesse por diversas razões. A promulgação da Lei 11.340, de 07 de agosto de 2006, nomeada pelo Presidente da República de Lei Maria da Penha Maia incitou diversos debates, tanto no mundo jurídico quanto na sociedade civil. Com de três anos de vigência, os ânimos não se aquietaram. Persistem discussões por vezes acaloradas. Isso justifica reflexões e estudos sobre a lei que ampliou os conceitos de violência in...

  15. A Violência contra a Mulher, o Trauma e seus Enunciados: o limite da justiça criminal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Cesar Coimbra

    2015-12-01

    Full Text Available O Código Penal pode ser considerado a ferramenta que fornece as melhores respostas ao combate à violência contra a mulher ou é necessário encontrar outros canais mais eficazes de garantias no plano jurídico? Ainda que em termos globais seja notória a desigualdade relativa ao gênero, questiona-se, neste artigo, o quanto a opção criminalizadora não acabaria provocando o acirramento da mencionada desigualdade. Considerando-se que a hegemonia da ideologia patriarcal não seria o único argumento a fundamentar a análise das situações de violência doméstica, recorreu-se ao saber psicanalítico para entender as motivações que mantêm uma relação enredada em uma trama de agressividade mútua. A partir dessa perspectiva, procurou-se considerar os múltiplos aspectos envolvidos na construção de um vínculo capazes de potencializar a violência. Verificou-se o quanto experiências traumáticas na primeira infância podem provocar um efeito dessubjetivante e perpetuar uma história de violência doméstica através de gerações. Observou-se que arranjos inconscientes participam da formação de vínculos marcados por um tipo de dependência adesiva a partir do qual a autonomia é inconcebível. Neste modelo relacional a capacidade de pensar é anulada. Conclui-se pela necessidade de promover formas de intervenção nas quais a circulação formalizada da palavra auxilie no desenvolvimento da capacidade reflexiva dos sujeitos. Palavras-Chave: Violência contra a mulher. Lei Maria da Penha. Vínculo. Propostas de intervenção. *** Abstract: Can the Criminal Code be considered the tool which provides the best answers to the fight on the violence against women or is it necessary to find other more efficient channels of assurance in the legal sphere? Although it is, overall, notorious the gender inequality, it is questioned in this paper how much the criminalizing option would not end up worsening the aforementioned inequality

  16. Medidas contraceptivas e de proteção da transmissão do HIV por mulheres com HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galvão Marli T Gimeniz

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Atualmente, entre as mulheres, a relação sexual é a forma de transmissão que mais tem contribuído para a feminização da epidemia de HIV/Aids. Na busca constante de se estabelecer padrões mais adequados de orientação para saúde, investigou-se o uso de medidas contraceptivas, que também sirvam de proteção da transmissão do HIV, entre mulheres portadoras de HIV/Aids. MÉTODOS: Estudo exploratório desenvolvido em um serviço público ambulatorial de um hospital universitário, referência aos portadores de HIV/Aids da região centro-sul do Estado de São Paulo, no período de cinco meses (2000 a 2001. Foram estudadas 73 mulheres portadoras da infecção pelo HIV, ou com Aids. Os dados foram obtidos por meio de um formulário que investigava a caracterização sociodemográfica, as formas de anticoncepção utilizada e a situação sorológica do parceiro sexual. Os dados foram analisados descritivamente e os conteúdos das respostas abertas, agrupados em temas. Foi aplicado o teste exato de Fisher para análise de algumas variáveis, em nível de 5%. Para a análise de conteúdo utilizou-se a proposta de Bardin. RESULTADOS: A maioria das mulheres estava em fase de vida reprodutiva, eram casadas e foram contaminadas quase exclusivamente por meio da relação heterossexual. Entre elas, 35,4% referiam parceiro sexual discordante quanto à sorologia anti-HIV, e 13,7% utilizavam formas inadequadas de anticoncepção que também não protegiam da transmissão do HIV. CONCLUSÕES: Os resultados alertam para a necessidade de ações educativas continuadas quanto a experiências sexuais mais seguras entre portadoras de HIV/Aids, para que elas possam discutir com seus parceiros outras formas de exercerem sua sexualidade, sendo capazes de estabelecer opção contraceptiva mais consciente, de maneira a zelar pela sua saúde, do parceiro e até do concepto.

  17. Uma analise critica sobre “Vida de Empreguete” e a inserção da mulher no mercado de trabalho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Lins Santos

    2013-07-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo do trabalho é analisar a inserção da mulher no mercado de trabalho e entender como isso se relaciona com as estruturas simbólicas da sociedade acerca do sexo feminino e suas consequências. Isso é relevante em face da tripla jornada de trabalho, níveis de stress e problemas de saúde que o sexo feminino passa a vivenciar em decorrência dessa conquista jurídica, logo se percebe a necessidade de políticas públicas que permitam as mulheres exerçam seus direitos sem prejudicar a sua saúde e viabilizem sua inserção e reconhecimento social. Assim para essa análise se utilizará da música Vida de Empreguete, para demonstrar que a conquistas sociais podem representar uma inversão social e não um reconhecimento, logo galgar posições não significa mudança de identidades sobre o sujeito. Para isso se recorrerá a vertente jurídico-sociologica, mediante levantamento bibliográfico e estatístico sobre a relação empregatícia da mulher e se terá como marco teórico o simbolismo de Pierre de Bourdieu para demonstrar as relações simbólicas e consequentemente o preconceito implícito ainda no mercado de trabalho feminino. Palavra-chave: Direitos da mulher, identidade de gênero, feminismo e preconceito   Abstract: The objective is to analyze the integration of women into the labor market and understand how it relates to the symbolic structures of society about women and their consequences. This is relevant in the face of triple workload, stress levels and health problems that the female starts to experience as a result of this achievement legal, one soon realizes the need for public policies that enable women to exercise their rights without undermining their health and make possible their integration and social recognition. So for this analysis is the use of music Vida de Empreguete, to show that the social achievements may represent a reversal and not a social recognition, not just climb positions, changing

  18. Avaliação da aplicação do Metodo Mulligan e massoterapia classica nas disfunções da articulação temporomandibular em mulheres adultas por meio da escala visual-numerica de dor e pelo SF-36

    OpenAIRE

    Renata Cristina Di Grazia

    2009-01-01

    Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar e verificar os efeitos do programa de terapia manual (Método Mulligan associado à massagem clássica) nas queixas de dor e na qualidade de vida de mulheres adultas com disfunção da articulação temporomandibular (DTM). Participaram da pesquisa 29 mulheres, com idades entre 28 e 59 anos (média de idade de 47,41 (dp±6,71) anos), encaminhadas pelo serviço odontológico do Centro de saúde da Comunidade da Unicamp (CECOM). Todas as voluntárias apr...

  19. Variabilidade da frequência cardíaca em mulheres com hipermobilidade articular

    OpenAIRE

    Nunes,Mariane de Oliveira; Rubira,Marcelo Custódio; Rubira,Ana Paula Fernandes De Angelis; Nascimento,Aline Cristina Pereira do; Paula Júnior,Alderico Rodrigues de; Osório,Rodrigo Alexis Lazo

    2011-01-01

    A hipermobilidade é a capacidade de desempenhar movimentos articulares com amplitude maior que o normal. A prevalência possui variações determinadas pela etnia, sexo, idade, atividade física e variações nos critérios de caracterização. Aproximadamente 30% dos adultos são portadores e apresentam feedback proprioceptivo, sensorial diminuído e espacial alterado da articulação levando a maior frequência de ativação e deformação dos mecanorreceptores nos músculos esqueléticos e na pele. O aumento ...

  20. Gênero, sustentabilidade e desenvolvimento: uma análise sobre o papel da mulher na agricultura familiar de base ecológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Braga Lovatto

    2010-05-01

    Full Text Available A partir do reconhecimento da histórica conexão entre as mulheres e a natureza, busca-se no presente trabalho analisar elementos referentes às influências de gênero sobre o desenvolvimento rural sustentável, utilizando para tanto a discussão de dados obtidos em pesquisas recentes que investigaram os meios que levaram a transição de alguns grupos de agricultores familiares para o modelo de base ecológica. Demonstra-se no decorrer da análise que as mulheres ocupam lugar estratégico na reformulação produtiva da unidade familiar, pois representam, na maioria das vezes o centro de uma rede de ligações que permitem um questionamento crítico e por vezes libertador das formas de produção convencionais. Nesse contexto, pretende-se fornecer subsídios para realização de novos trabalhos investigativos que abordem a temática, contribuindo para a formulação de estratégias que estimulem as agricultoras familiares na tomada de decisões, reduzindo as desigualdades e dificuldades que ainda persistem neste processo. Espera-se, portanto, que diante de novas pesquisas seja possível buscar mecanismos que permitam o fortalecimento da mulher no meio rural, reafirmando de forma contínua o importante papel que desempenham para o desenvolvimento rural sustentável.

  1. Influência da hipertrofia mamária na capacidade funcional das mulheres Influence of breast hypertrophy in the women's functional capacity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Delano Mundim Araújo

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: investigar a influência da hipertrofia mamária no sistema musculoesquelético por meio da avaliação da capacidade funcional das mulheres. MÉTODO: foram avaliadas 50 mulheres com hipertrofia mamária, e os resultados foram comparados com os de 50 mulheres com mamas normais. Para avaliação da capacidade funcional, utilizou-se o STANFORD HEALTH ASSESSMENT QUESTIONNAIRE 20 (HAQ-20, que consiste de 20 questões sobre atividades do cotidiano em que a entrevistada tem quatro opções de resposta, que são pontuadas. Quanto menor a pontuação, melhor a capacidade funcional. RESULTADOS: a média dos escores do grupo-controle foi 0,10 e do grupo-hipertrofia foi igual a 0,71. Esses escores submetidos ao teste de Mann-Whitney mostraram que o grupo-hipertrofia apresentou valores significantemente maiores do que o grupo-controle (p OBJECTIVE: to investigate the influence of breast hypertrophy in the musculoskeletal-system through the evaluation of the functional capacity in women. METHOD: 50 women with breast hypertrophy were studied and the results were compared to the 50 women without breast hypertrophy. The STANFORD HEALTH ASSESSMENT QUESTIONNAIRE 20 (HAQ-20 was applied to assess the functional capacity. It contains 20 questions about daily activities in which the patient has four answer options, which are scored. Lower scores indicate better functional capacity. RESULTS: the mean score in the control group was 0.10, while in the breast hypertrophy group it was 0.71. When Mann-Whitney test was run, hypertrophy group showed statistically higher scores (p < 0.00. CONCLUSION: breast hypertrophy patients have more difficulties to perform common activities of the daily life.

  2. Roda de Conversa entre Mulheres: Denúncias Sobrea Lei Maria Da Penha e Descrença na Justiça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Santana Tavares

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo discute os desafios para a aplicação da Lei Maria da Penha em Salvador, Bahia, a partir do depoimento de onze mulheres em situação de violência doméstica e familiar, cujas queixas e demandas sobre a rede de atendimento foram verbalizadas em uma Roda de Conversa, realizada no Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CNDN em 5 de junho de 2012, para subsidiar a elaboração de um dossiê a ser entregue à CPMI da Violência, durante suas diligências na Bahia. As mulheres consideram o atendimento insatisfatório, tanto nas DEAMs como na Vara, no Ministério Público, no IML e até no Disque 190, uma vez que suas demandas não são atendidas. Sentem-se desprotegidas, humilhadas, desrespeitadas e reféns das situações de violência que as levam a peregrinar por estas instituições

  3. Construindo pontes: a prática da interdisciplinaridade. Estudo PopTrans: um estudo com travestis e mulheres transexuais em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Dourado

    Full Text Available Resumo: Pessoas trans, incluindo travestis, mulheres transexuais, apresentam taxas desproporcionalmente elevadas de HIV/AIDS em comparação com o restante da população. Entretanto, são poucos os estudos quantitativos/qualitativos com pessoas trans no Brasil. Assim, uma equipe de pesquisadores de diferentes áreas desenvolve um projeto de pesquisa interdisciplinar com o objetivo de conhecer as condições e os modos de vida, e ao mesmo tempo investigar fatores determinantes da infecção pelo HIV, sífilis e hepatites B e C entre travestis e mulheres transexuais. Neste artigo, pretende-se descrever a experiência de implantação e desenvolvimento do estudo com uma abordagem etnoepidemiológica em Salvador, Bahia, Brasil. O mapeamento da população começou com uma pesquisa formativa que foi crucial para orientar o inquérito epidemiológico. A produção de dados etnoepidemiológicos é um desafio cotidiano para os pesquisadores, produzindo uma série de reflexões sobre os limites de nossos conceitos e categorias para traduzir a diversidade de práticas e experiências das participantes da pesquisa.

  4. A visibilidade do trabalho das mulheres ticunas da Amazônia The visibility of work among ticuna women in the Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iraildes Caldas Torres

    2007-08-01

    Full Text Available Este artigo se ocupa de uma análise do artesanato indígena da Amazônia, confeccionado pelas mulheres ticunas, o qual se apresenta como um produto importante no desenvolvimento sustentado da comunidade rural Bom Caminho, no estado do Amazonas. Trata-se de um cotejamento de dados observados e coletados no processo de consultoria realizada ao Sebrae/Amazonas no ano de 2004. Mostra o trabalho das mulheres como o elemento ordenador da economia doméstica na etnia ticuna, sob o primado de uma divisão sexual do trabalho que credita a elas responsabilidade maior pela manutenção da família.This paper analyzes the Amazon Indian craftsmanship, done by Ticuna Women. Crafts are shown to be an important product in the strong positive development in the rural Amazon community. It works with data observed and collected in research done as a consultant for Sebrae/Amazonas in 2004. It shows how women work is an organizing element of the domestic economy for the Ticuna ethnicity. A principal feature of the sexual division of labor places women as having more responsibility for family maintenance.

  5. Production of women on vulnerability to HIV / aids: an integrative review of the literature Produção sobre vulnerabilidades de mulheres ao hiv/aids: uma revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Josefa Fernandes Beserra

    2015-12-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer os fatores associados às vulnerabilidades de mulheres ao HIV/aids. Métodos: Elaborou-se uma revisão integrativa nas bases de dados LILACS, SCIELO e MEDLINE, com os descritores HIV; SIDA; vulnerabilidade; saúde da mulher e/ou HIV; Aids; vulnerability; women's health, no período de 2002 a 2012. Resultados: A amostra de 40 artigos permitiu a identificação de 06 fatores: Ausência do preservativo em relacionamentos estáveis, Relações de gênero e poder, Submissão feminina nas relações afetivas, Racismo e violência contra a mulher, Uso de drogas e Situação socioeconômica. Discussão: Evidenciou-se que a vulnerabilidade de mulheres ao HIV é resultado de um conjunto de fatores e características que levam a contextos de vulnerabilidade. Conclusão: Discutir essas vulnerabilidades implica em refletir sobre valores individuais ou de grupo, crenças, sexualidade, etnia, situação social, cultural, comportamentos de risco que estão levando as mulheres à contaminação, aumentando a epidemia da doença. Descritores: Vulnerabilidade; HIV; SIDA; Saúde da mulher.

  6. "As mulheres voam com seus maridos": a experiência da diáspora palestina e as relações de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Fagundes Jardim

    2009-06-01

    Full Text Available Neste artigo, proponho uma reflexão sobre as relações de gênero e as formas de organização da experiência imigratória contemporânea no bojo da experiência diaspórica dos palestinos. Segundo um provérbio árabe, coletado em trabalho de campo, "as mulheres voam com seus maridos". A explicação se refere a um funcionamento peculiar da vida da família árabe que recebe as noras na unidade doméstica do marido, e, por conseguinte, essa unidade é também a do pai do marido. Foi através desse provérbio que tive acesso a um comentário nativo sobre o "ir e vir" de esposas da Palestina ou de outras cidades para residir na cidade do Chuí (RS e de lá para outras localidades. No mundo pós-colonial, as mulheres se converteram em potentes símbolos de identidade de sociedades e nações. As mulheres islâmicas e, em especial, as palestinas se encontram dentro desse debate ideológico sobre a integridade e autenticidade cultural. Essa fala proverbial nos dá acesso a diferentes pontos de vista sobre os dispositivos culturais que presidem esses fluxos e nos exige uma reflexão sobre as relações de gênero e o modo como analisamos o protagonismo das mulheres muçulmanas.This article proposes a reflection about gender relations and the forms of organization of contemporary Palestinian immigrants' experience. According to an Arabian proverb, collected during fieldwork, "the women fly with their husbands". The explanation refers to a kinship structure through which daughters-in-law come to live in the husband's father's domestic unit. This proverb reveals some aspects about the "coming and going" of Palestinian wives who reside or come from other localities to settle in Chui city. In the post-colonial era, women were converted in powerful identity symbols. Islamic women, specially Palestinians women, are part of a ideological debate about cultural integrity and authenticity. That proverb gives us access to different viewpoints on the cultural

  7. Análise acústica da voz de mulheres idosas Voice acoustic analysis in elderly women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína da Silva Berto Cerceau

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar medidas acústicas da voz de idosas. MÉTODOS: participaram 96 idosas, com idades entre 60 e 103 anos, divididas em três grupos conforme a faixa etária. RESULTADOS: valores da frequência fundamental foram: 193,81 Hz (Grupo 1, 195,71 (Grupo 2 e 187,60 Hz (Grupo 3. Extensão fonatória: 42,10 semitons (Grupo 1; 37,29 semitons (Grupo 2 e 38,75 semitons (Grupo 3. Os valores da frequência mínima e máxima foram, respectivamente, 103,62 Hz e 1099,1 Hz (Grupo 1; 102,28 Hz e 918,10 Hz (Grupo 2 e 88,73 Hz e 876,8 Hz (Grupo 3. Os valores do Tempo Máximo de Fonação da vogal /a/ foram 8,54 segundos (Grupo 1, 7,97 segundos (Grupo 2 e 7,52 segundos (Grupo 3. Para a vogal /i/ os valores foram de 8,82 segundos (Grupo 1, 8,44 segundos (Grupo 2 e 8,05 segundos (Grupo 3. Para a vogal /u/ os valores foram de 9,22 segundos (Grupo 1, 8,09 segundos (Grupo 2 e 7,95 segundos (Grupo 3. CONCLUSÃO: mulheres idosas apresentam uma frequência fundamental mais grave e tempos máximos de fonação das vogais diminuídos. A extensão fonatória máxima apresentou valores semelhantes aos de adultos jovens. Todas as medidas estudadas mostraram uma tendência de diminuição com o avanço da idade.PURPOSE: to analyze acoustic measures in elderly women's voices. METHODS: ninth six elderly women, with ages between 60 and 103-year old, were recruited and separated in tree groups according to their ages. RESULTS: the values of fundamental frequency were 193. 81 Hz (Group 1, 195.71 (Group 2 and 187.60 Hz (Group 3. The Maximum phonatory extension were 42.10 semitones (Group 1; 37.29 semitones (Group 2 and 38.75 semitones (Group 3. The values of the minimum frequency and maximum frequency were respectively 103.62 Hz and 1099.1 Hz (Group 1; 102.28 Hz and 918.10 Hz (Group 2 and 88.73 Hz and 876.8 Hz (Group 3. The maximum phonation time of the vowel /a/ were 8.54 seconds (Group 1, 7.97 seconds (Group 2 and 7.52 seconds (Group 3. For the vowel /i/ the values were 8

  8. Mulheres de corpo e alma: aspectos biopsicossociais da meia-idade feminina Women in body and soul: biopsychosocial factors in menopause

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Elizabeth Mori

    2004-01-01

    Full Text Available Este trabalho investigou na literatura científica os aspectos biológicos, psicológicos e socioculturais que se estão em jogo na etapa da meia-idade feminina a fim de melhor compreender a vivência dessa mulher. O evento da menopausa - caracterizada pela cessação da ovulação e por manifestações físicas e psíquicas - marca este momento vital e impõe questões que, se não forem bem trabalhadas, podem, no limite, ocasionar sintomas depressivos. As mudanças hormonais condicionam o processo de envelhecimento que aponta para a finitude. Um certo estranhamento em relação a si mesma faz com que muitas mulheres tenham dificuldades em lidar com as perdas inerentes a esta fase de vida.This study investigated biological, psychological and sociocultural aspects that interact in middle-aged women in order to better understand their feelings and experiences. The advent of the menopause - characterized by the end of the menstruation and by psychic and physical manifestations - imposes fundamental questions that, on the limit, may elicit depressive symptoms. Hormonal changes are implicated in the aging process, that point to the finitude. A feeling of not being themselves makes many women experience difficulties with losses inherent to this life period.

  9. Adaptação e validação da Family Dynamics Measure II para familiares de mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina Martins Leite Imada

    Full Text Available O estudo objetivou adaptar e validar a Family Dynamics Measure II para uso com famílias de mulheres com câncer de mama. O processo incluiu tradução, retrotradução, análise da equivalência semântica pela autora principal do instrumento, análise semântica por amostra da população-alvo, análise de conteúdo por juízes e avaliação das propriedades psicométricas da escala aplicada a 251 familiares de mulheres com câncer de mama. Obteve-se versão adaptada com fidedignidade geral boa (α = 0,90; a análise fatorial não confirmou a dimensionalidade teórica do instrumento original; as correlações com a Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar foram invertidas e de baixa a moderada intensidade. A escala foi considerada válida para uso no Brasil. Novos estudos foram sugeridos para fortalecer as evidências.

  10. Enfrentamento da violência contra a mulher: articulação intersetorial e atenção integral

    OpenAIRE

    Paulo Ricardo de Macedo Menezes; Igor de Souza Lima; Cíntia Mesquita Correia; Simone Santos Souza; Alacoque Lorenzini Erdmann; Nadirlene Pereira Gomes

    2014-01-01

    Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa e com objetivo de identificar elementos que interferem no processo de enfrentamento da violência contra a mulher. Realizou-se entrevista com representantes de 15 serviços que integram a Rede de Atenção a Pessoas em Situação de Violência na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Os dados foram organizados com base na análise temática de Bardin. O estudo mostrou que a articulação intersetorial e a atenção disponibilizada pelos ...

  11. Intencionalidade da ação de Cuidar mulheres em situação de violência: contribuições para a Enfermagem e Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Ferreira Cortes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Apreender as motivações da ação da enfermeira ao cuidar de mulheres em situação de violência. Métodos: Pesquisa qualitativa, fundamentada na Fenomenologia Sociológica de Alfred Schutz. Realizaram-se dez entrevistas com enfermeiras que haviam cuidado dessas mulheres em um Hospital e, Pronto Atendimento da Rede Pública do Rio Grande do Sul, Brasil, no período de janeiro a abril de 2013. Resultados: A intencionalidade da ação desvelou a busca inicial da recuperação da saúde física das mulheres, permeada pela expectativa de compreender a situação; proporcionar bem-estar emocional, apoio e a continuidade do cuidado, para que as mulheres possam construir uma vida sem violência. Conclusão: O típico da ação revela a premência de se ampliar o foco do cuidado para o sujeito em sua situação biográfica singular. Vislumbram-se ações que visem desconstruir as atitudes naturais em relação à violência vivida.

  12. Gênero e justiça social multidimensional: fundamentos ético-políticos da Política Nacional para as Mulheres = Gender and multidimensional social justice: ethical and political foundations of the public policies for women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lima, Alex Myller Duarte

    2015-01-01

    Full Text Available O presente artigo objetiva investigar se os fundamentos ético-políticos implicados no desenho da Política Nacional para as Mulheres, em especial em sua mais recente concreção – o III Plano Nacional de Políticas para as Mulheres de 2013 –, possuem consistência e alcance suficientes para equacionar as complexas demandas sociais de início do século XXI, especialmente diante das diversas e mesmo conflitantes frentes de luta por justiça social. Como referencial, foi adotada a Teoria da Justiça da filósofa feminista Nancy Fraser, uma concepção multidimensional de justiça (econômica, cultural, política apropriada à época atual de capitalismo globalizante. A seguir, foi efetuada a análise dos fundamentos ético-políticos da Política Nacional para as Mulheres, com especial atenção ao mais recente Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. Nesse passo, concluiu-se pela insuficiência das formulações atuais das políticas brasileiras para as mulheres

  13. Conhecimento das estudantes universitárias da área da saúde sobre câncer de mama em mulheres The knowledge of health sciences undergraduate female students regarding women breast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marli Aparecida Rocha Souza

    2016-04-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar o conhecimento de estudantes universitárias da área da saúde sobre  câncer de mama em mulheres, considerando que é uma das doença que mais acomete a mulher. Método:Pesquisa qualitativa descritiva, com 11 estudantes universitárias dos cursos de enfermagem e medicina, em uma Universidade pública do Paraná, entre abril e junho de 2012. A análise dos dados foi feita segundo os 6 passos sugeridos por Jonh W. Creswell e o referencial de Edgar Morin sobre o conhecimento e suas dimensões: a dimensão contexto, global, multidimensional e a dimensão complexo. Conclusão:O conhecimento sobre câncer de mama, vai além do conjunto de informações que o envolve,implantação de políticas públicas e programas específicos, mas também refere-se ao envolvimento e sensibilização dos profissionais que irão atuar nessa aréa.Descritores:Enfermagem; Câncer de mama; Saúde da mulher; Estudantes. Conhecimento.

  14. PREVALÊNCIA DA INFECÇÃO PELO VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA EM MULHERES RECLUSAS DA AGÊNCIA PRISIONAL DE GOIÁS E A SUA VULNERABILIDADE A ESSE AGRAVO.

    OpenAIRE

    Schaper, Lourdes Cristina

    2005-01-01

    Introdução: No mundo todo a morbi-mortalidade relacionadas ao HIV/Aids tem assumido impacto crescente entre os mais pobres e desfavorecidos. Para um grande número de indivíduos, o acesso à informação e aos serviços de saúde é extremamente difícil, quando não impossível. Objetivos: Conhecer a prevalência da infecção pelo HIV em mulheres reclusas da Agência Prisional de Goiás, bem como avaliar os principais fatores sócio-demográficos e comportamentais que tornam essa população...

  15. Resposta da taxa metabólica de repouso após 16 semanas de treinamento com pesos em mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Bonganha

    2011-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: As alterações corporais provenientes da menopausa como a diminuição da massa magra (MM, aumento e redistribuição da gordura corporal e diminuição do gasto energético de repouso, colaboram para o aumento nas dimensões corporais e subsequente aumento da massa corporal total. Nesse sentido, os benefícios reconhecidos do treinamento com pesos (TP não estão atrelados apenas ao aumento da força e hipertrofia muscular, mas também à composição corporal e, consequentemente, na taxa metabólica de repouso (RMR. OBJETIVO: Avaliar a resposta da RMR após 16 semanas de TP em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: Participaram 28 voluntárias, subdivididas em dois grupos: treinamento (GT n = 17 e controle (GC n = 11. O programa de TP foi realizado em três sessões semanais, em dias alternados e com duração de aproximadamente 60 min/sessão, por 16 semanas. A intensidade da carga foi determinada por meio de zona alvo de repetições máximas (RM, com reajuste semanal de carga. O consumo de oxigênio (O2 e da produção de gás carbônico (CO2, por meio de calorimetria indireta de circuito aberto, foi utilizado para cálculo da RMR segundo equação de Weir (1949. ANÁLISE ESTATÍSTICA: Foi utilizado pacote estatístico Bioestat na versão 5.0, com nível de significância de p < 0,05. RESULTADOS: Houve aumento significante dos valores de MM e força muscular, somente no GT. Não foram encontradas diferenças significantes para os valores da RMR após a intervenção para ambos os grupos. CONCLUSÃO: O programa de TP de 16 semanas foi eficiente para promover alterações na composição corporal e força muscular de mulheres na pós-menopausa; entretanto, não houve alteração da RMR após a intervenção.

  16. Mulheres em movimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carneiro Sueli

    2003-01-01

    Full Text Available ESSE artigo busca demarcar a trajetória de luta das mulheres negras brasileiras no interior do movimento feminista nacional. Trata-se de colocar em questão a perspectiva feminista clássica fundada numa concepção universalista de mulher, que tem o seu paradigma na mulher branca ocidental, o que obscurece a percepção das múltiplas contradições intragênero e entre gêneros que a racialidade aporta. Dessas contradições, impõem-se para as mulheres negras a sua afirmação como um novo sujeito político, portador de uma nova agenda, esta resultante de uma identidade específica na qual se articulam as variáveis de gênero, raça e classe, colocando novos e mais complexos desafios para realização da eqüidade de gênero e raça em nossa sociedade.

  17. Efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia: uma revisão de literatura = Effects of manual therapy on pain in women with fibromyalgia: a literature review

    OpenAIRE

    Ziani, Marciele Monzon; Bueno, Elaine Alegre; Kipper, Lenise Romero; Vendrusculo, Fernanda Maria; Winck, Aline Dill; Heinzmann Filho, João Paulo

    2017-01-01

    Objetivo: Avaliar, através de uma revisão de literatura, os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia (FM). Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, PEDro e Scielo, selecionando ensaios clínicos ou estudos quase experimental, nos idiomas português, inglês e espanhol, que objetivassem avaliar os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com FM. As palavras-chave e os operadores boleanos utilizados fo...

  18. Racial inequalities in access to women's health care in southern Brazil Desigualdades raciais no acesso à saúde da mulher no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Souza de Bairros

    2011-12-01

    Full Text Available The aim of this population-based cross-sectional study was to investigate access by 20 to 60 year-old women - both black and white - to early detection (pap-smear exams for breast and cervical cancer in two towns - São Leopoldo and Pelotas - in Rio Grande do Sul State, southern Brazil. Estimates of the association between race/color and access to pap-smear and breast exams were adjusted for income, education, economic class and age. Of the 2,030 women interviewed, 16.1% were black and 83.9%, white. Black women were significantly less likely to have had a pap-smear and/or breast exam than white women. Racial inequalities in access to cancer early detection exams persisted after controlling for age and other socioeconomic factors. Racial differentials in access to early detection (pap-smear exams for breast and cervical cancers might result from racial and socioeconomic inequalities experienced by black women in access to reproductive health care services and programs.O objetivo da pesquisa foi investigar o acesso de mulheres negras e brancas aos exames de detecção precoce de câncer de mama e colo de útero (citopatológico, em duas cidades no Sul do Brasil. Foi realizado um estudo transversal de base populacional realizado com mulheres de 20-60 anos, residentes em São Leopoldo e Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. As análises foram ajustadas por renda, escolaridade, classe econômica e idade para verificar a associação entre raça/cor e acesso aos exames. Foram entrevistadas 2.030 mulheres, sendo que 16,1% eram negras e 83,9% brancas. A probabilidade das mulheres não realizarem os exames citopatológico e de mama foi significantemente maior nas negras. A desigualdade racial no acesso aos exames de detecção precoce de câncer persistiu após controle para idade e variáveis socioeconômicas. O diferencial na realização dos exames de detecção precoce pode ser um reflexo das desigualdades raciais e socioeconômicas vividas por

  19. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walter Fonseca

    1996-02-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  20. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Walter

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  1. Tratamento da infertilidade em mulheres com síndrome dos ovários policísticos Treatment of infertility in women with polycystic ovary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Ferreira Santana

    2008-04-01

    Full Text Available A síndrome dos ovários policísticos (SOP é a principal endocrinopatia ginecológica na idade reprodutiva, com incidência de 6 a 10% das mulheres no menacme. A resistência insulínica e a hiperinsulinemia compensatória permanecem como os elementos mais importantes na etiopatogenia da SOP. Esta revisão teve como objetivo discutir as controvérsias no tratamento de mulheres com SOP nos diferentes contextos da infertilidade feminina e gestação, à luz das evidências atuais, com ênfase no consenso de 2008 proposto pelas sociedades européia (European Society of Human Reproduction and Embryology, ESHRE e americana (American Society for Reproductive Medicine, ASRM de reprodução.Polycystic ovary syndrome (PCOS occurs in 6 to 10% of women during the reproductive age. Insulin resistance and compensatory hyperinsulinemia are currently two of the main factors involved in the etiopathogenesis of PCOS. The objective of the present review was to discuss the controversies related to the treatment of infertile women with PCOS and during their pregnancy, focusing on the European Society of Human Reproduction and Embryology (ESHRE and the American Society for Reproductive Medicine (ASRM current consensus.

  2. Referencial de análise para a estudo da relação trabalho, mulher e saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Cruz de Brito

    1991-06-01

    Full Text Available Este texto procura mostrar a importância da abordagem de gênero na construção teórica da área de Saúde do Trabalhador, uma vez que homens e mulheres são expostos a condições de trabalho diferenciadas no processo produtivo. No caso das trabalhadoras, destaca-se a conjugação do capitalismo e patriarcalismo como determinantes da opressão feminina nas relações hierárquicas do trabalho, assim como a responsabilidade social oculta do trabalho doméstico, realizado na esfera do privado, o que distancia a mulher do mundo social e político e gera fortes impactos à sua saúde. Pela divisão sexual do trabalho, são reservadas às trabalhadoras, na indústria, as tarefas mais repetitivas e que exigem grande resistência nervosa - condições que não são especialmente saudáveis e que implicam um padrão específico de desgaste. Concluímos que são necessárias mudanças nos planos da vida social, além da ruptura das crenças que sustentam a divisão sexual do trabalho, para que se transformem as condições agressivas impostas à saúde dos homens e mulheres, no processo de trabalho.The present paper aims at showing the importance of the gender approach in the theoretical construction of the field of worker's health since men and women are exposed to different work conditions within the productive process. In the case of female workers, we point to the liaison of capitalism and patriarchy as determinants of women's oppression in the hierarchical relationships of labor as well as to the hidden social responsability of the housework, which is carried out in the private sphere thus keeping women distant from the social and political world and generating strong impacts on their health. According to the sexual division of labor, female work in industry is restricted to rather repetitive tasks that require a great nervous resistance - not especially healthy conditions that lead to a specific consuming pattern. We concluded that changes

  3. Identidade de gênero: a representação da mulher na Revista Vida e Saúde durante a Segunda Guerra Mundial (1940-1945

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Débora Maria Soares

    2015-06-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo a análise da representação da mulher adventista durante os anos da Segunda Guerra Mundial (1940-1945 na Revista Vida e Saúde, período destacado por intensas mudanças sociais e mundiais. Pela diversidade de assuntos retratados sobre o universo feminino, destaca-se a seçãoPágina da Dona de Casa que aborda a atuação feminina na relação mãe-esposadona de casa além de constituir-se um relato das práticas domésticas da metade do século XX. A linha editorial do periódico é embasada na cosmovisão da denominação dentro de um projeto proselitista o que nos permite analisar o ideal feminino adventista para a sociedade.

  4. Mulheres camponesas plantando saúde, semeando sonhos, tecendo redes de cuidado e de educação em defesa da vida

    OpenAIRE

    Vanderléia Laodete Pulga

    2014-01-01

    Esta tese consiste na identificação de contribuições político-pedagógicas dos movimentos sociais populares nas experiências e práticas culturais, integrativas, tradicionais de cuidado e de educação popular em saúde, especialmente do Movimento de Mulheres Camponesas, que poderão compor a caixa de ferramentas pedagógicas dos processos de formação de profissionais/trabalhadores (as) da saúde para sua atuação no Sistema Único de Saúde (SUS) em comunidades do campo, da floresta e das águas. A pesq...

  5. Promoção à saúde da mulher negra no povoado Castelo, Município de Alcântara, Maranhão, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deuzilene Pedra Viegas

    Full Text Available Resumo A Política Nacional de Saúde para a Mulher Negra dispõe de um aparato legal que dá suporte a sua implementação, conquistado pelo movimento negro. Tendo como parâmetro as legislações referentes à saúde da população negra e à saúde da mulher, além dos documentos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Alcântara, este trabalho teve como objetivo geral analisar os serviços básicos de saúde prestados às mulheres negras do povoado Castelo e como objetivos específicos realizar levantamento empírico dos programas e projetos voltados para mulheres negras oferecidos pelo município de Alcântara; verificar se no povoado Castelo há algum atendimento específico para mulheres negras; identificar as principais demandas das mulheres da comunidade ao serviço de saúde local; averiguar como o quesito cor está sendo empregado pela equipe da Estratégia Saúde da Família que atende a comunidade. A metodologia consistiu em identificar, através de documentos disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS, as ações e serviços voltados para as mulheres na comunidade, e por meio de questionário aplicado aos profissionais, seus conhecimentos sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. Concluímos que, apesar do aparato legal, reconhecido e citado pela SEMUS em seu Plano de Saúde atual, as legislações não têm sido suficientes para que esse segmento social tenha suas peculiaridades reconhecidas. Informações básicas para planejamento de ações específicas, como a coleta do quesito cor, por exemplo, não são realizadas pela SEMUS. Não identificamos nenhuma ação planejada que considere as características raciais e étnicas das mulheres da comunidade.

  6. Análise da efetividade da Lei Maria da Penha e dos Conselhos Municipais da Mulher no combate à violência doméstica e familiar no Brasil = Analysis of Maria da Penha Law effectiveness and the Municipal Councils of Women in fight against domestic and familiar violence in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amancio, Geisa Rafaela Sousa

    2016-01-01

    Full Text Available A Lei Maria da Penha (LMP é a principal política pública de combate à violência doméstica e familiar no Brasil; responsável pela criação de medidas punitivas mais severas ao agressor e pela criação de uma rede de atendimento à mulher. Diante disso, buscou-se, neste trabalho, avaliar a efetividade da LMP na redução do estupro e tentativa de estupro, entre 2005 e 2013, e, ainda, verificar a influência dos Conselhos Municipais da Mulher na redução dos casos de violência contra a mulher, para os anos de 2009, 2011, 2012 e 2013. O exame analítico descritivo mostrou que não houve redução das denúncias de estupro e tentativa de estupro durante o período, e o modelo econométrico, utilizando painel com efeitos aleatórios, confirmou a influência dos Conselhos Municipais

  7. Manejo clínico da amamentação: Valoração axiológica sob a ótica da mulher-nutriz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdecyr Herdy Alves

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Analisar a valoração axiológica da mulher-nutriz quanto ao manejo clínico da amamentação. Métodos: Estudo qualitativo fenomenológico, baseado na Teoria dos Valores de Max Scheler, realizado entre maio e junho de 2014 nos alojamentos conjuntos de dois hospitais universitários em Niterói/RJ e Santa Maria/RS. Participaram vinte nutrizes, sendo os dados organizados, submetidos à técnica de análise compreensiva e interpretados segundo a Teoria dos Valores e as políticas públicas específicas de aleitamento materno. Resultados: Emergiram duas unidades temáticas: O manejo clínico da amamentação e seu valor vital e A rede de saúde como apoio no cuidado à amamentação: um valor utilitário. Conclusão: O manejo da amamentação possibilita cuidados em saúde que extrapolam interesses, intenções e pontos de vista de profissionais e instituição de saúde; questões humanas e existenciais devem ser apreendidas pelas experiências racionais, atreladas àquelas do sentir da nutriz. Essa percepção propicia ressignificar a assistência centrada na mulher, na criança e na família.

  8. Os direitos da mulher à terra e os movimentos sociais rurais na reforma agrária brasileira Women's land rights and rural social movements in the Brazilian agrarian reform

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Diana Deere

    2004-04-01

    Full Text Available Este artigo examina a evolução da reivindicação dos direitos da mulher à terra na reforma agrária brasileira sob o prisma dos três principais movimentos sociais rurais: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST, os sindicatos rurais e o movimento autônomo de mulheres rurais. O mérito maior por levantar a questão dos direitos da mulher à terra é das mulheres dentro dos sindicatos rurais. Os direitos formais das mulheres à terra foram conseguidos na reforma constitucional de 1988, e em grande medida isso foi um subproduto do esforço para acabar com a discriminação contra as mulheres em todos as suas dimensões. A conquista das igualdades formais, contudo, não levou a um aumento na parcela de mulheres beneficiárias da reforma, a qual permaneceu baixa até a metade da década de 1990. Isso aconteceu principalmente porque garantir na prática os direitos da mulher à terra não estava entre as prioridades dos movimentos sociais rurais. Além disso, o principal movimento social a determinar o passo da reforma agrária, o (MST, considerava classe e gênero questões incompatíveis. Próximo ao final da década de 1990, entretanto, havia uma consciência crescente de que deixar de reconhecer os direitos da mulher à terra era prejudicial ao desenvolvimento e à consolidação dos assentamentos da reforma agrária e, portanto, para o movimento. O crescente consenso, entre todos os movimentos sociais rurais, sobre a importância em assegurar o direito da mulher à terra, junto com um lobby efetivo, encorajou o Estado em 2001 a adotar mecanismos específicos para a inclusão de mulheres na reforma agrária.This article examines the evolution of the demand for women's land rights in the Brazilian agrarian reform through the prism of the three main rural social movements: the landless movement, the rural unions and the autonomous rural women's movement. Most of the credit for raising the issue of women's land rights rests with

  9. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção

    OpenAIRE

    Amaral,Luana Bandeira de Mello; Vasconcelos,Thiago Brasileiro de; Sá,Fabiane Elpídio de; Silva,Andrea Soares Rocha da; Macena,Raimunda Hermelinda Maia

    2016-01-01

    Resumo: A violência baseada no gênero tem se constituído em um fenômeno social que influencia sobremaneira o modo de viver, adoecer e morrer das mulheres. Este estudo visa conhecer as diferenças antes e após a criação da Lei Maria da Penha (LMP) nas agressões sofridas pelas mulheres que foram atendidas na Unidade de Proteção Especial do Estado do Ceará. Trata-se de um estudo seccional, exploratório-descritivo e documental. A amostra foi composta por 197 prontuários das mulheres atendidas em u...

  10. Você não enxerga nada\\": a experiência de mulheres vítimas de violência doméstica e a Lei Maria da Penha

    OpenAIRE

    Évelyn Priscila Santinon

    2010-01-01

    Este estudo buscou compreender a experiência das mulheres em situação de violência doméstica e familiar. A partir da clarificação desta questão central, buscou-se contribuir para a divulgação de meios jurídicos e jurisdicionais, melhorar a assistência integral à mulher vítima de violência doméstica na região leste do Município de São Paulo e viabilizar novas políticas públicas no tema violência contra a mulher. A opção foi pela pesquisa qualitativa, método etnográfico e conceitos da antropolo...

  11. Notas feministas sobre o marco jurídico da migração e do tráfico de mulheres na Europa e Espanha

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Mayorga

    2012-07-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2012v9n1p278   Neste trabalho, buscamos compreender aspectos do marco jurídico da migração, tráfico de mulheres e prostituição na Europa de forma geral e na Espanha de forma específica a partir de uma análise das principais regulamentações vigentes entre 2005/2007 nesses contextos. Para isso, buscamos conhecer como a legislação e a tendência ao fechamento de fronteiras oferecem brechas que levam a situações de exploração e vulnerabilização para mulheres migrantes que estão na Espanha exercendo a prostituição. Foram analisados os seguintes documentos: Protocolo para prevenir, reprimir e sancionar o tráfico de pessoas, especialmente mulheres e crianças, do ano 2000, que complementa a Convenção das Nações Unidas contra a delinqüência organizada internacional; Protocolo contra o tráfico ilícito de migrantes por terra, mar e ar, que complementa a Convenção das Nações Unidas contra a delinqüência organizada internacional e a Lei de Migração espanhola de 1985. A política sobre o tráfico de mulheres e as posições mais conservadoras sobre a migração na União Européia tem tido conseqüências específicas para as mulheres. Os tratados e leis enfatizam, sobremaneira, as medidas de controle de fronteiras e repressão aos Possíveis delitos cometidos. Tal perspectiva deixa em segundo plano os direitos dos/as migrantes e das pessoas vitimas do tráfico (é importante ressaltar que os textos dos tratados e leis dão margem para que se identifique tráfico de mulheres com migração para a prostituição. Com relação à prostituição, o direito espanhol não penaliza, mas também não regulamenta, o exercício da prostituição; deixa tal atividade em uma situação de completa alegalidade, o que acaba por incrementar a vulnerabilização das prostitutas frente abusos e explorações de todos os tipos.

  12. Violência de gênero: comparação da mortalidade por agressão em mulheres com e sem notificação prévia de violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Augusta Barufaldi

    Full Text Available Resumo A violência contra a mulher constitui um importante problema de saúde pública no Brasil e no mundo. O objetivo do presente estudo foi descrever o perfil de mortalidade por agressão em mulheres e analisar se as vítimas de violência notificadas apresentam taxas de mortalidade por esse motivo mais elevadas do que a população feminina geral. Trata-se de um estudo descritivo da mortalidade por agressão em mulheres, a partir do linkage de bancos de dados. Os dados utilizados para o linkage foram todas as notificações de violência contra mulheres registradas no SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação no período de 2011 a 2015 e os óbitos de mulheres por agressão registrados no SIM (Sistema de Informações sobre Mortalidade, no período de 2011 a 2016. O risco de morte por agressão nas mulheres notificadas por violência foi maior do que na população feminina geral, revelando assim uma situação de vulnerabilidade. Mulheres negras, de menor escolaridade foram as principais vítimas de violência e homicídios. O elevado número de mulheres mortas por agressão e a violência de repetição revelaram a fragilidade das redes de atenção e proteção no atendimento integral, qualificado e oportuno às vítimas.

  13. Algumas reflexões sobre a condição da mulher brasileira da colônia às primeiras décadas do século XX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Guilherme Rodrigues Mendonça

    2011-02-01

    Full Text Available O presente artigo, a partir de reflexões sobre a condição da mulher brasileira do período compreendido entre a Colônia e as primeiras décadas do século XX, desvela a construção histórica de sua posição frente ao homem e a sociedade e das atitudes e comportamentos ligados ao gênero e à sexualidade. Subjugada, era tratada como objeto sexual, despertando todo tipo de misoginia por parte dos homens. Rebelde, velada ou ostensivamente, conseguia atender seus próprios desejos. Ao longo da história, a Igreja e a medicina representaram conjuntamente as instituições que, de modo significativo, estabeleciam o sentido e o lugar da mulher. Na Colonia, a mulher é tutelada a partir da ideologia católica, mas a partir do século XIX, após a Independência, surge o controle e o poder médico. O discurso médico sustenta o religioso, naturalizando a condição da mulher como aquela que procria, ou seja, a inserção do médico nas questões da família legitima cientificamente o patriarcalismo colonial. Isto é acentuado no início do século XX, quando a medicina consolidada estabelece normas e regras para o casamento, para a maternidade e para a vida familiar. Verificamos o quanto o universo feminino foi (e é ambivalente, com “um pé” na virtude e outro no pecado, com uma tendência à contenção e outra à transgressão. Por um lado temos o lar e a maternidade, convalidados no matrimônio, em que a mulher é cuidada e dependente do marido. Espelhando-se na maternidade de Maria, aproxima-se da dimensão sagrada da santa mulher idealizada pela Igreja. Ao mesmo tempo, porém, sente a necessidade de liberdade, de identidade e de independência, precisando dar vasão ao desejo, ter sua sexualidade e tudo o que dela é decorrente em plenitude. A manifestação do desejo e o apelo para a satisfação sexual a colocam em permanente conflito pessoal, psicológico e social, dividida entre a moral introjetada ao longo das gerações e as

  14. PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM SAÚDE DA MULHER NA PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, BRASIL 1993-2002

    OpenAIRE

    REJANE FERREIRA MOURA,ESCOLÁSTICA; SANTANA FRANCO,EUGÊNIO; OLIVEIRA FRAGA,MARIA DE NAZARÉ DE; COELHO DAMASCENO,MARTA MARIA

    2005-01-01

    Trata-se de pesquisa descritiva-exploratória que teve como objetivos, identificar as abordagens metodológicas, as técnicas de coleta de dados, os referenciais teóricos utilizados, bem como analisar as principais temáticas pesquisadas nas dissertações e teses do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará (UFC), na área da saúde da mulher, referentes ao período de 1993-2002. O universo da pesquisa foi constituído por 98 resumos de dissertações de mestrado e 27 resu...

  15. Feminismo em movimento: temas e processos organizativos da Marcha Mundial das Mulheres no Fórum Social Mundial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Nobre

    2003-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2003000200019 O texto apresenta uma comparação entre o surgimento e desenvolvimento do processo Fórum Social Mundial e a Marcha Mundial das Mulheres no Brasil. O Fórum teve uma enorme contribuição para historicizar a globalização capitalista e mudar os termos do debate, e o movimento de mulheres tem sua trajetória imersa neste contexto, assim como o feminismo tem um grande potencial para desnaturalizar o discurso sobre a globalização e a economia neoliberal. O texto também mostra as relações construídas entre os movimentos sociais e suas agendas em comum que vêm se expressando no conjunto das ações do movimento antiglobalização.

  16. Renunciantes de direitos? A problemática do enfrentamento público da violência contra a mulher: o caso da delegacia da mulher Disclaiming of rights? Public policies to tackle violence against women: the case study of the women's police station

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Reis Brandão

    2006-01-01

    Full Text Available O artigo discute a "suspensão" da queixa policial na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM, procedimento usual até a Lei nº 9.099/95, que instituiu os Juizados Especiais Criminais e o novo encaminhamento jurídico para as denúncias de atos violentos contra as mulheres. Trata-se de um estudo etnográfico, realizado entre 1995-1996, no qual se observou a dinâmica de atendimento policial em uma DEAM do estado do Rio de Janeiro, tendo sido também entrevistadas 32 mulheres que recorriam à DEAM em momento posterior à denúncia, para prestarem depoimentos ou solicitarem a "retirada" da queixa. Dentre os resultados, abordam-se as especificidades da demanda feminina à polícia, na qual os delitos denunciados estão subsumidos a um conjunto mais amplo de queixas referidas às "perturbações" masculinas à ordem familiar.This paper deals with the "suspension" of complaints from the records of the Women's Police Station, until Act n. 9.099/95. The ethnographic study was carried out at a police station in the state of Rio de Janeiro (1995-1996 and included the examination of police records, interviews with the victims and observation of daily work at the office. Quite often women from the working class who are victims of marital violence chose not to legally punish their partners, contrarily to feminist's expectations. The results show the specificities of the feminine demand to the police, in which denounced crimes are included in a wider ensemble of complaints referred to male "disturbances" to the family order. The "suspension" of the complaint appears in such context as a police procedure which finds support in the doubtful position of the victims as for the criminalization of their partner's attitude and in the probable impunity of the accused, a strong characteristic of the Brazilian juridical system. Since most victims see the police intervention as a way to reorganize the familiar and conjugal relationship or to make it

  17. Dificuldades para obter informações da população de mulheres sobre aborto ilegal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osis Maria José D.

    1996-01-01

    Full Text Available Qualquer tentativa de se investigar a prática de abortos ilegais deve lidar com o problema de estar perguntando às mulheres acerca de um tema delicado, sensível, com implicações múltiplas, o que leva a dificuldades para se obter informações verazes. O estudo realizado enfoca principalmente aspectos metodológicos de uma pesquisa realizada junto a uma população de mulheres de 15 a 49 anos de idade, com o objetivo de verificar a freqüência e as condições em que era feito o aborto provocado em uma região do Estado de São Paulo (Brasil. Foram entrevistadas, em seus domicílios, 1.955 mulheres. Utilizou-se um questionário estruturado e pré-testado. A maioria das entrevistadas declarou nunca ter abortado nem pensado em fazê-lo, enquanto 4% referiram alguma vez ter feito aborto; 16,7% disseram que, pelo menos uma vez, tomaram chá/remédio para menstruar. Entre as que acreditaram estar grávidas na ocasião, a maioria informou nunca ter abortado, apesar de terem menstruado quando ingeriram chá/remédio. Os resultados permitiram concluir que as mulheres tendem a omitir a informação sobre a prática de aborto quando perguntadas diretamente sobre isso. Especialmente aquelas que o induzem por ingestão de substâncias parecem não reconhecer esse ato como sendo uma forma de interromper a gestação.

  18. A relação da mulher e a terra na revista Agriculturas: uma análise de conteúdo / The relationship between women and the earth in the journal Agriculturas: a content analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Cleofas Faggion Alencar

    2011-01-01

    Full Text Available Este trabalho é resultado de uma parceria entre a biblioteca e o setor de PD&I da Embrapa Meio Ambiente onde, através da aplicação do método de análise de conteúdo em artigos publicados pela Revista Agriculturas, buscou-se entender qual é o lugar e importância das mulheres, a percepção ou visão dos autores sobre a contribuição das mulheres e as principais atividades que elas desenvolvem. A grande parte dos artigos mostra que as mulheres atuam diretamente em atividades produtivas e em particular em atividades especificas, na unidade de produção e no artesanato, além de outras funções igualmente importantes. Elas têm tido sensibilidade para trabalhar respeitando os princípios da Agroecologia, cujas práticas se expressam nas atividades desenvolvidas na unidade de produção. Nos artigos da Revista Agriculturas, as mulheres desempenham o papel de "guardiãs das sementes”, de sua cultura e muitas vezes estão no centro das decisões sobre o que plantar, como plantar e onde vender a produção. Assim, o trabalho em conjunto com a Biblioteca possibilitou o desenvolvimento desta pesquisa destacando a aplicação do método de análise de conteúdo nos artigos da revista Agriculturas para identificar a relação da mulher e a terra.

  19. Cuidado às mulheres em situação de violência conjugal: importância do psicólogo na Estratégia de Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadirlene Pereira Gomes

    2014-04-01

    Full Text Available A violência conjugal compromete a saúde mental das mulheres, estando associada à baixa autoestima e depressão. No fomento de ações para enfrentamento desse agravo, destaca-se a atuação dos psicólogos. Objetivou-se compreender o significado do apoio psicológico à mulher em situação de violência conjugal, no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Foram realizadas entrevistas com 52 profissionais que atuam em unidades de saúde em Santa Catarina, Brasil. A coleta e análise de dados basearam-se na Teoria Fundamentada nos Dados. Os profissionais de saúde significam que as mulheres em vivência de violência conjugal necessitam de apoio psicológico e as referenciam para o psicólogo, por considerá-los mais bem preparados para o empoderamento da mulher no sentido de romper com a situação de violência. Todavia, queixam-se do número limitado de psicólogos, considerando a demanda na comunidade. Sinaliza-se para a necessidade de repensar as ações em saúde no âmbito da Atenção Primária à Saúde, a partir da integração e articulação intersetorial a fim de que seja assegurado às mulheres o apoio psicológico necessário para o enfrentamento da violência conjugal.

  20. Perfil sócio-epidemiológico demográfico das mulheres idosas da Universidade Aberta à Terceira Idade no estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barreto Kátia Magdala Lima

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: identificar o perfil sócio-epidemiológico demográfico das mulheres idosas que freqüentam o Programa Universidade Aberta à Terceira Idade, da Universidade Federal de Pernambuco (UnATI/UFPE, comparando com determinados estudos sobre universidades da terceira idade. MÉTODOS: estudo epidemiológico descritivo de corte transversal e censitário com 308 idosas, a partir dos 60 anos, do UnATI/UFPE. Foi utilizado um instrumento multidimensional, o Brazil Old Age Schedule composto por um questionário estruturado, através do qual investigou-se a situação pessoal e familiar, a condição econômico-social e os aspectos relativos à autonomia e independência funcional para o desempenho das atividades de vida diária e à ocupação do tempo livre. RESULTADOS: em relação à situação pessoal e familiar, predominam as idosas jovens (60 a 69 anos, com escolaridade de segundo grau completo, cuja maioria é viúva; referem satisfação com a vida; apresentam importantes níveis de autonomia e independência funcional; são capazes de realizar sozinhas as atividades de vida diária e as atividades instrumentais vida diária. A maior parte oferece a seus familiares ajuda financeira e de moradia. CONCLUSÕES: os perfis sócio-epidemiológico e demográfico são bastante semelhantes aos de experiências análogas, aproximando-se da realidade de mulheres idosas que participam de outros programas do tipo Universidades Abertas à Terceira Idade.

  1. Conceitos, causas e repercussões da violência sexual contra a mulher na ótica de profissionais de saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana da Fonseca Bezerra

    2016-03-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar os sentidos atribuídos por profissionais de saúde aos conceitos, causas e repercussões da violência sexual contra a mulher. Método: Estudo qualitativo realizado com 68 profissionais de saúde de nível superior integrantes de equipe multiprofissional de nove hospitais públicos do município de Fortaleza/CE, entre agosto e dezembro de 2013, por meio de entrevista semiestruturada, a qual norteou a coleta de dados, sendo estes submetidos à análise temática dos núcleos de sentido que emergiram. Resultados: Entre os sentidos atribuídos ao conceito de violência sexual, destacam-se a violação dos direitos humanos e ênfase na perpetuação das questões de gênero; quanto às causas, sobressaiu o machismo, a existência de patologias do agressor e a reprodução da violência familiar – as repercussões atingem aspectos psicológicos, além da exposição a doenças e agressões físicas. Conclusão: O estudo possibilitou a análise dos sentidos atribuídos à violência sexual pela ótica dos profissionais de saúde investigados, que divergiram sobre a desigualdade de gênero e contexto social, cujas causas foram apontadas como sendo a cultura machista, a falta de informação das mulheres sobre os seus direitos e as questões sociais. Observou-se a dificuldade dos profissionais em trabalhar com o tema.

  2. Multimodal evoked potentials and the ovarian cycle in young ovulating women Potenciais evocados nas diferentes fases do ciclo menstrual da mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUIZ ANTONIO DE LIMA RESENDE

    2000-06-01

    Full Text Available There is controversy over how hormonal conditions influence cerebral physiology. We studied pattern-shift visual evoked potentials (PS-VEP, brain stem auditory evoked potentials (BAEP and short-latency somatosensory evoked potentials (SSEV in 20 female volunteers at different phases of the menstrual cycle (estrogen phase, ovulatory day and progesterone phase. Statistical analysis showed decreased latencies for P100 (PS-VEP, N19 and P22 (SSEV waves in the progesterone phase compared with the estrogen phase. There was no significant difference between the estrogen and the ovulation day values. Comparing the three above stages, there were no significant differences in the brainstem auditory evoked potentials. The reduction of the latencies of the potentials generated in multisynaptic circuits provides the first consistent neurophysiological basis for a tentative comprehension of human pre-menstrual syndrome.Há controvérsias sobre como variações hormonais do ciclo menstrual da mulher influenciam a neurofisiologia cerebral. Estudamos potenciais evocados de curta latência, visuais, auditivos e sômato-sensoriais, em 20 mulheres voluntárias normais, nas diferentes fases do ciclo menstrual (fase estrogênica, fase ovulatória, fase progestacional. Comparação entre fase estrogênica e ovulatória mostrou resultados similares. Ondas I, III, V dos potenciais evocados auditivos não apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre as três fases do ciclo. Análise estatística dos resultados mostrou diminuição significativa das latências das ondas P100, N19 e P22 obtidas na fase progestacional, comparadas com aquelas obtidas na fase estrogênica. Como estas ondas são geradas em circuitos multissinápticos, tal redução de latências, na fase progestacional, fornece a primeira base neurofisiológica consistente para tentativa de compreensão da síndrome pré-menstrual da mulher.

  3. Promoção da autonomia da mulher na consulta de enfermagem em saúde da família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle Kuntz Durand

    Full Text Available Pesquisa de abordagem qualitativa articulada com o referencial metodológico de Paulo Freire, consistindo de três momentos: investigação temática; codificação e descodificação; desvelamento crítico. Objetivou compreender se a Consulta de Enfermagem promove a autonomia das mulheres em um Centro de Saúde. Constituíram-se seis Círculos de Cultura com duas horas de duração e média de nove participantes, ocorridos entre maio e julho de 2011. A investigação revelou oito temas, que foram desvelados em dois, necessidade de escuta e diálogo sobre violência doméstica, relação do enfermeiro e partícipes na Consulta de Enfermagem. Os resultados indicam que a Consulta pode constituir-se como espaço para o desenvolvimento de ações de Promoção, que ocorrem ainda timidamente no Centro de Saúde. Como possibilidades e limitações destacam-se a necessidade de capacitações multiprofissionais para compreender questões conceituais e estratégias de Promoção, intensificando suas práticas em todos os espaços do Sistema Único de Saúde.

  4. Geração de trabalho e renda como estratégia de Promoção da Saúde: o caso das mulheres mastectomizadas em Nova Iguaçu, RJ, Brasil

    OpenAIRE

    Santana,Clarice Silva; Galvão,Gíssia Gomes; Costa,Paulini Malfei de Carvalho; Tavares,Maria de Fátima Lobato

    2016-01-01

    Resumo O tema abordado neste artigo é a geração de trabalho e renda de mulheres mastectomizadas. Surgiu a partir da necessidade da reorientação das práticas de saúde desenvolvidas em um ambulatório de fisioterapia em mastologia oncológica de um município da baixada fluminense do Estado do Rio de Janeiro, baseada na Promoção da Saúde. Diante do dilema de que a maioria das mulheres possuía condições físicas para exercerem uma atividade laborativa, porém não eram absorvidas pelo mercado de traba...

  5. Não é uma rede que flui - da invisibilidade às possibilidades de novos modos de cuidar: a violência contra as mulheres na saúde mental

    OpenAIRE

    Meinhardt, Yanaê Maiara; Maia, Gabriela Felten da

    2016-01-01

    Este trabalho, de cunho qualitativo, objetiva refletir sobre a inserção da violência contra as mulheres no campo da saúde, especificamente a saúde mental. Para compor a análise, utilizamos material da observação participante, no decorrer do estágio em Psicologia, realizado no primeiro semestre de 2015, em um serviço da rede pública de saúde do município de Santa Cruz do Sul, interior do Rio Grande do Sul, o Centro de Atenção Psicossocial II (CAPS II). A violência contra as mulheres é um fenôm...

  6. Posições subjetivas em face da violência: traços constitutivos de memória em testemunhos de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Fernandes Azevedo Bocchi

    2017-03-01

    Full Text Available Apresenta-se, neste artigo, uma reflexão acerca dos processos de subjetivação inscritos na prática testemunhal, a partir do exame de fotografias que compõe o “Projeto 1:4 retratos da violência obstétrica” e posts que o divulgam no Facebook. Por meio de uma abordagem discursiva, são analisadas as posições subjetivas inscritas neste material, voltando a atenção para as formas com as quais a violência é simbolizada na materialidade da língua e do discurso, produzindo um dizer político de denúncia da agressão e do abuso médicos. Na composição material tecida entre imagem e palavra, formulada no ensaio fotográfico, o testemunho se reveste de uma força performativa que acompanha os processos de transformação e deslocamento ideológicos, produzindo possibilidades de identificação para as mulheres em contraposição aos sentidos de naturalização da violência de gênero estrutural à sociedade patriarcal.

  7. Relações entre identidade, linguagem e cultura: o léxico da culinária em A casa das sete mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giselle Olivia Mantovani Dal Corno

    2014-12-01

    Full Text Available Em um universo cultural, há regras de convivência social permeando todo o cotidiano. Uma das funções da cultura é permitir a adaptação do indivíduo à sociedade, já que é pela herança cultural que a comunicação se instaura. Não apenas pela linguagem, mas também por seu comportamento, os indivíduos assumem determinada identidade, construída a partir da cultura. Esta, por sua vez, expressa-se por referenciais linguísticos. Dessa perspectiva, o presente artigo tem como objetivo proceder a uma análise das relações existentes entre identidade, linguagem e cultura pelo estudo do léxico relativo à culinária no romance A casa das sete mulheres, de Leticia Wierzchowski, a partir do qual se busca observar como a construção da identidade regional gaúcha é retratada na obra.

  8. A mulher proletária e o desenvolvimento da individualidade para-si no romance “Mãe” de Máximo Gorki

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilsa Miranda de Souza

    2014-10-01

    Full Text Available O artigo trata de análise do romance Mãe de Máximo Gorki a partir da categoria marxista Individualidade para-si aplicada por Duarte (1993. A individualidade para-si é entendida como uma concepção histórico-social da individualidade humana que se fundamenta na relação objetivação/apropriação e entre alienação/humanização que coloca o ser humano como um constante “vir a ser”, como síntese do particular e das objetivações genéricas para-si construídas nas relações sociais de produção. A análise centra-se no desenvolvimento da individualidade da mulher proletária, principal personagem do romance, forjada na luta revolucionaria dos socialistas russos no inicio do século XX.

  9. Infecção do trato urinário não complicada na mulher: relato de caso e revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charlene da Rocha Braggiato

    2017-01-01

    Full Text Available A infecção do trato urinário (ITU é uma doença frequente, que ocorre em todas as faixas etárias afetando principalmente mulheres. Ela se apresenta com picos de maior acometimento no início da atividade sexual ou relacionados a ela, durante a gestação ou na menopausa. Alterações da flora vaginal, estados de hipoestrogenismo, diabetes mellitus, imunodepressão, incontinência urinária, atividade sexual, uso de diafragmas ou espermicidas e gestação são citados como fatores de risco. Predisposição genética nos casos de ITU de repetição também é relatada. Os sinais e sintomas associados à ITU incluem: polaciúria, urgência miccional, disúria, alteração na coloração e no aspecto da urina. É comum a ocorrência de dor abdominal, mais notadamente em topografia do hipogastro e no dorso, podendo surgir febre. Os agentes etiológicos mais frequentemente envolvidos com ITU adquirida na comunidade são em ordem de frequência: a Escherichia coli, o Staphylococcus saprophyticus, espécies de Proteus e de Klebsiella e o Enterococcus faecalis. O diagnóstico da ITU é realizado por meio da associação dos sintomas à urocultura e urina tipo I. A realização de antibiograma é muito útil para a definição da sensibilidade dos microrganismos aos antibióticos e, consequentemente, para o direcionamento da terapia, evitando, dessa maneira, a ocorrência de resistência microbiana.

  10. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil

    OpenAIRE

    David, Helena Maria Scherlowski Leal; Caufield, Catherine

    2005-01-01

    Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito C...

  11. Epidemiologia da menopausa e dos sintomas climatéricos em mulheres de uma região metropolitana no sudeste do Brasil: inquérito populacional domiciliar

    OpenAIRE

    Lui Filho, Jeffrey Frederico; Baccaro, Luiz Francisco Cintra; Fernandes, Tatiane; Conde, Délio Marques; Costa-Paiva, Lúcia; Pinto Neto, Aarão Mendes

    2015-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a idade da menopausa e os fatores associados aos sintomas menopausais em mulheres de uma região metropolitana do sudeste do Brasil.MÉTODOS: Um estudo exploratório de corte-transversal foi realizado com 749 mulheres entre 45 e 60 anos (pesquisa de base populacional). A variável dependente foi a intensidade dos sintomas menopausais avaliada através do escore total do questionário Menopause Rating Scale (MRS). As variáveis independentes foram características sociodemográficas,...

  12. Efeitos da prática de exercício físico nas dimensões físicas e psicológicas em mulheres brasileiras: perspectivas transversais e longitudinais

    OpenAIRE

    Mendonça, Rosa Maria Soares Costa de

    2015-01-01

    Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto O presente estudo teve como objetivo central, analisar os efeitos da prática de diferentes tipos de exercício físico (treino de força, dança e hidroginástica) nas dimensões físicas e psicológicas de mulheres brasileiras durante 16 semanas. Desenvolveu-se quatro estudos entre 2011 – 2013. O primeiro e único, de natureza transversal, constituiu-se de uma amostra de 66 mulheres ativas e sedentárias com idades entre 18-56 anos. A amostra...

  13. Geração de trabalho e renda como estratégia de Promoção da Saúde: o caso das mulheres mastectomizadas em Nova Iguaçu, RJ, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice Silva Santana

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo O tema abordado neste artigo é a geração de trabalho e renda de mulheres mastectomizadas. Surgiu a partir da necessidade da reorientação das práticas de saúde desenvolvidas em um ambulatório de fisioterapia em mastologia oncológica de um município da baixada fluminense do Estado do Rio de Janeiro, baseada na Promoção da Saúde. Diante do dilema de que a maioria das mulheres possuía condições físicas para exercerem uma atividade laborativa, porém não eram absorvidas pelo mercado de trabalho devido às sequelas da cirurgia e as mudanças na rotina de cuidado pós-mastectomia originou-se um projeto de intervenção, com objetivo de promover o empoderamento dessas mulheres, com vistas ao restabelecimento da sua capacidade produtiva e independência econômica. Embora ainda não tenha sido completamente operacionalizado, espera-se como resultados maior autonomia, aumento do poder aquisitivo, valorização social e reforço do vínculo entre as mulheres e outros atores criando uma rede de apoio. Esses resultados estão em consonância com valores da Política Nacional de Promoção da Saúde, como solidariedade, humanização, corresponsabilidade, justiça e inclusão social.

  14. GÊNERO E TRABALHO: a opinião masculina sobre a inserção da mulher no setor da construção civil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Vitor Palhares dos Santos

    2016-08-01

    Full Text Available Embora recentemente haja uma participação ativa das mulheres no mercado da construção civil, a ocupação desse espaço ainda é predominantemente masculina. Diante desse contexto, o estudo objetivou analisar a opinião que trabalhadores do sexo masculino da construção civil possuem sobre a inserção das mulheres nesse setor. Para tanto, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com trabalhadores de diferentes empresas do ramo, situadas na cidade de Lavras (MG. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo e os resultados evidenciaram que, apesar de a maioria dos entrevistados demonstrarem não ter nenhuma dificuldade em trabalhar com mulheres, ainda há discriminação no que diz respeito à capacidade de realização de tarefas consideradas de competência do sexo feminino e masculino na construção civil.   Even though there has been an active participation of women in the building construction market more recently, the occupation of this workspace is still predominantly made by men. In this context, the study aimed to assess the opinion that construction male workers have about the insertion of women in this sector. For this purpose, semi-structured interviews were conducted with workers of different companies of that industry, located in the city of Lavras (MG. Data were analyzed using content analysis and the results showed that, although most of them do not seem to have any difficulty in working alongside women, there is still discrimination regarding the ability to perform tasks traditionally considered to be of female and male competence in the sector of building construction.

  15. Avaliação da capacidade orgástica em mulheres na pós-menopausa Assessment of orgasmic capacity of postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Regina Lenharo Penteado

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Correlacionar a capacidade orgástica (durante a relação sexual e/ou a masturbação solitária de mulheres pós-menopausadas, saudáveis e sem tratamento hormonal com fatores climatéricos, psicossociais, comportamentais, hormonais e interpessoais. MÉTODOS: De um total de 999 mulheres avaliadas com idade entre 41 e 60 anos, selecionaram-se 60 mulheres saudáveis, sexualmente ativas, com pelo menos um ano de amenorréia, útero íntegro, relacionamento estável com parceiro capacitado ao coito e não usuárias de terapia hormonal. Elaborou-se um modelo estatístico de regressão logística que avaliou a capacidade de orgasmo (variável dependente em função de 17 variáveis independentes, que representavam fatores psicossociais, comportamentais, interpessoais, climatéricos e hormonais. RESULTADOS: A capacidade orgástica está significativamente correlacionada à prática da masturbação (p=0,000, ao gostar de abraçar e acariciar o corpo do parceiro (p= 0,036 e à presença de secura vaginal (p=0,021. CONCLUSÕES: Nas mulheres pós-menopausadas avaliadas, a capacidade orgástica relacionou-se positivamente com o relacionamento mais afetivo com o companheiro e com a prática da masturbação. Mulheres que apresentam secura vaginal, mas que praticam a masturbação e mantêm relacionamento afetivo com o parceiro, conseguem obter o mesmo número ou um número maior de orgasmos se comparados à freqüência do coito.OBJECTIVE: To correlate the capacity of healthy postmenopausal women to have orgasms (during intercourse or by solitary masturbation with psychosocial, behavioral, climacteric, hormonal and interpersonal factors. METHODS: Nine hundred and ninety-nine women (aged from 41 to 60 years underwent physical and supplementary tests and answered questionnaires regarding sexual behaviour. Sixty healthy women, sexually active, with one or more years of amenorrhea, without hormone therapy and with a partner capable of intercourse

  16. MULHERES (INVISÍVEIS: UM ESTUDO DA REPRESENTAÇÃO SOCIAL SOBRE A CIDADANIA FEMININA ((INVISIBLE WOMEN: A STUDY ON THE SOCIAL REPRESENTATION REGARDING THE FEMALE CITIZENSHIP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walfrido Nunes Menezes

    2007-01-01

    Full Text Available Resumo: O presente trabalho teve como objetivo investigar as representações sociais de cidadania feminina com 114 mulheres, entre 17 e 33 anos, estudantes do terceiro ano do Ensino Médio, na cidade de Caruaru/Pernambuco. A partir do entendimento de que ser cidadã é ser protagonista, foi colocada a seguinte questão: É possível que as representações sociais das mulheres sobre a cidadania, no espaço escolar, apresentem concepções de submissão e dependência? O trabalho de investigação ocorreu através da aplicação de um questionário, que continha uma questão de associação livre – cuja expressão indutora foi “Ser cidadã” – e questões sobre o perfil socioeconômico e cidadania. A análise dos dados da associação livre, realizada com o apoio do software EVOC, mostra que as mulheres parecem compartilhar uma noção de cidadania que se aproxima da idéia de cidadania ativa, ressaltando participação, liberdade, informação (educação e pluralismo (respeito, dignidade e solidariedade. Ao justificar, entretanto, a escolha das palavras associadas, elas ressaltam que essas categorias não são ainda efetivas na vida cotidiana. Os resultados da pesquisa mostram como as questões de gênero ainda são reproduzidas nas representações sociais dessas mulheres, que apresentam ainda concepções de submissão e dependência.Abstratc: The objective of this work is to investigate the performance of Social Institutions addressing Women’s Rights and Citizenship. 114 women between the ages of 17 and 33 were considered. All were third year Middle School students in the City of Caruaru, Pernambuco, in Northern Brazil. From the understanding that to be a Citizen is to be a Protagonist, the following question was posed: Is it possible that Social Institutions dealing with Women’s Rights and Citizenship in the School Environment continue to present concepts of submission and dependence? Free association was employed in a

  17. Associação da espessura do complexo intimal-medial da artéria carótida com fatores de risco cardiovascular em mulheres pre e pós-cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Sarmento, Priscilla Lopes da Fonseca Abrantes [UNIFESP

    2008-01-01

    Objetivos: avaliar a influência da perda de peso na espessura do complexo intimalmedial carotídeo (CIM-C) e a variação da espessura do CIM-C de acordo com a modificação dos fatores de risco cardiovascular decorrente da cirurgia bariátrica. Métodos: dezoito mulheres (idade média de 44,1 ± 9,8 anos e o IMC médio de 44,3±6,4 kg/m2 ), submetidas à cirurgia bariátrica, participaram do estudo. As avaliações foram feitas no período basal e após 3,6 e 12 meses de pós-operatório. Os FRCVs ana...

  18. Associação entre espessura da pele e densidade óssea em mulheres adultas Association between skin thickness and bone density in adult women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Paula Yoneda

    2011-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Osteoporose acomete principalmente mulheres em menopausa e idosos, predispondo a fraturas que geram morbidade, mortalidade e custos ao sistema de saúde. Como o colágeno dérmico diminui paralelamente à redução da massa óssea com o envelhecimento, a medida da espessura da pele pode ser indício do risco de osteoporose. OBJETIVOS: Avaliar a correlação entre densidade óssea e espessura da pele do dorso das mãos de mulheres adultas. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo mulheres adultas atendidas em ambulatório de hospital universitário submetidas à densitometria óssea, que foram avaliadas individualmente e mensurada, por paquímetro, a espessura da pele no dorso das mãos, além de investigados demais fatores de risco para osteoporose. RESULTADOS: Avaliaram-se 140 pacientes. A média (±dp de idade foi de 57 (±11 anos; a média da espessura da pele do dorso das mãos foi de 1,4 (±0,4 mm. Houve correlação entre as medidas das mãos direita e esquerda (R=0,9; pBACKGROUND: Osteoporosis mainly affects menopausal women and the elderly, predisposing these individuals to fractures that result in morbidity, mortality and costs to the healthcare system. Since dermal collagen reduces in parallel with a decrease in bone mass with aging, skin thickness may be indicative of a risk of osteoporosis. OBJECTIVES: To evaluate the correlation between bone density and skin thickness on the backs of the hands of adult women. METHODS: A cross sectional study involving adult women attending a university hospital outpatient clinic who were interviewed individually and submitted to bone densitometry and measurement of skin thickness on the backs of their hands using skinfold calipers. Other risk factors for osteoporosis were also investigated. RESULTS: A total of 140 patients were evaluated. Mean age (± standard deviation was 57 ± 11 years. Mean skin thickness on the backs of the hands was 1.4 ± 0.4 mm. There was a correlation between

  19. Vivencias emocionais de mulheres submetidas a cirurgia bariatrica no Hospital de Clinicas da Unicamp : um estudo clinico-qualitativo

    OpenAIRE

    Ronis Magdaleno Junior

    2009-01-01

    Resumo: Este estudo teve por objetivo compreender as vivências emocionais de mulheres obesas mórbidas submetidas à cirurgia bariátrica. A obesidade tornou-se, globalmente, um grave problema de saúde pública e, em função disto, tem crescido de modo expressivo o número de cirurgias bariátricas como opção de tratamento para a obesidade mórbida. Contudo, é um procedimento que implica em importantes modificações físicas e psicossociais para o paciente. Metodologia: Aplicamos o Método Clínico Quali...

  20. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Nascimento,Carlos Alberto Domingues do; Bezerra,Simone Maria Muniz da Silva; Angelim,Ednalva Maria Sampaio

    2013-01-01

    O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirur...

  1. Modos de subjetivação de mulheres negras: efeitos da discriminação racial Black women subjectivity: effects of racial discrimination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luisa Pereira de Oliveira

    2009-08-01

    Full Text Available Neste estudo, buscou-se compreender os efeitos da discriminação racial na identidade e subjetividade de mulheres negras atendidas no programa SOS Racismo/Porto Alegre/RS. Essa pesquisa fundamentou-se em um grupo dispositivo, cujo objetivo foi ouvir as narrativas das mulheres que sofreram atos de racismo/discriminação e agenciar outras referências identitárias. O referencial teórico-metodológico utilizado para analisar o material empírico produzido nos grupos foi o das práticas discursivas, entendidas como a forma pela quais as pessoas produzem sentidos para experiências como as da violência racial. Os repertórios interpretativos presentes nos diálogos enunciados pelas mulheres referiam-se à discriminação racial e ao racismo e sinalizavam a construção de estratégias de enfrentamento e resistência. Acreditamos que a intervenção produziu efeitos políticos de reflexão e mudança, na medida em que o grupo construiu novos sentidos para as violências sofridas, transformando a narrativa pessoal em uma denúncia pública.In this study, we investigated the effects of racial discrimination on the identity and subjectivity patterns of black women assisted through the SOS Racism Program in Porto Alegre/RS. The research was based on a discussion group whose objective was to listen to the women's narratives of racial discrimination and agency other identity references. The theoretical and methodological support used to analyze the information was the discursive practice. This practice refers to the way by which people produce meaning in social interactions, like experiences of racial violence. The interpretative repertoires used by the women in the group dialogues were about racial discrimination and racism and pointed to the construction of resistance strategies. We believe that this intervention produces political effects of reflection and change, in the way that the group worked out new meanings for the violence suffered, changing

  2. Características sociodemográficas e fatores importantes para a manutenção da saúde em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Cristina Sales

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar fatores importantes para a manutenção da saúde e as características socioeconômicas e demográficas de mulheres usuárias de Unidades Básicas de Saúde. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico, realizado em 2011, envolvendo 204 mulheres assistidas em 16 unidades do município de Queimadas, Paraíba. Obtiveram-se informações referentes às características demográficas (local de moradia, cor da pele, idade e situação conjugal, socioeconômicas (nível de escolaridade e recebimento do Bolsa Família, e hábitos de vida (alimentação, tabagismo, consulta médica, sedentarismo, ingestão de bebidas alcoólicas, controle do peso e do estresse por meio de questionário, ao qual aplicou-se estatística descritiva e razão de prevalência. Resultados: As participantes apresentaram idade média de 28,22 anos (DP=6,49. A maioria residia na zona rural (n=126; 61,76%, declarou saber ler ou escrever (n=184; 90,2% e receber o benefício Bolsa Família (n=153; 75,0%. Os fatores mais importantes para a manutenção da saúde foram a alimentação saudável (n=126; 61,8%, o não tabagismo (n=21; 10,3% e a consulta médica regular (n=19; 9,3%. As variáveis socioeconômicas e demográficas não apresentaram associações estatísticas significativas com os fatores importantes para manutenção da saúde. Conclusão: A população estudada reconhece a alimentação saudável, o não tabagismo e as consultas médicas regulares como os fatores mais importantes para a manutenção da saúde.

  3. Sida e a mulher

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Chaves

    2016-02-01

    Full Text Available Os padrões epidemiológicos da pandemia do VIH/SIDA estão a mudar, fazendo prever que, nos próximos anos, o ratio homem/mulher seja de 1:1. Isto é tanto mais verdade em localizações geográficas onde a transmissão do vírus por via heterossexual é a predominante, com particular relevância para os países em vias de desenvolvimento. De entre estes, África merece destaque, já que aí as cifras assustadoras relativas a esta doença traduzem, de facto, a precariedade da condição de mulheres e crianças.  As mulheres são, no presente, o grupo mais vulnerável à SIDA, não só pelas suas condições anatomofisiológicas, mas também pela sua situação social, económica e cultural. O seu papel na família, como cuidadora, parceira sexual e, eventualmente, mãe coloca-as face aos desafios de uma doença que, apesar de crónica, tem, ainda hoje, um desfecho fatal.  Simultaneamente vítima e portadora/mensageira da doença, a mulher é confrontada com os seus comportamentos passados ("vítima culpada" ou acaba por se ver presa numa teia de contaminações sucessivas. Com frequência, começa por ser contaminada pelo seu parceiro sexual (muitas vezes, como verdadeira "vítima inocente", já que desconhece condutas e passado do homem com quem vive, tornando-se, depois, ela própria, transmissora da doença aos filhos que, provavelmente, tanto quis proteger. Em 80% dos casos de SIDA pediátrica a génese pode ser encontrada na transmissão vertical.

  4. Estado nutricional e qualidade de vida da mulher climatérica Nutritional status and quality of life of climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carin Weirich Gallon

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Associar a qualidade de vida com o estado nutricional da mulher climatérica. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, no qual foi incluída uma amostra com 200 mulheres climatéricas, de 40 a 65 anos, que responderam a um Recordatório Alimentar de 24 horas e questões sobre fatores socioeconômicos, história clínica atual, pregressa e familiar. Para a avaliação antropométrica, foram utilizados índice de massa corpórea (IMC, circunferência da cintura (CC e relação cintura/quadril. Para avaliação da qualidade de vida, foi aplicado o MRS-menopause rating scale. RESULTADOS: A média do IMC e da CC foi de 30,1 kg/m² (obesidade grau 1 e 99 cm (risco muito aumentado para doença cardiovascular, respectivamente. Constatou-se consumo aumentado de proteínas e diminuído de fibras, cálcio e vitamina D. A comorbidade mais prevalente foi a hipertensão arterial, 48,5% faziam uso de medicação para doenças cardiovasculares e 23%, de medicações antidepressivas. Quanto à qualidade de vida, foram encontrados resultados significativos relacionados ao IMC, como também à pressão arterial. CONCLUSÕES: Uma intervenção nutricional visando corrigir ou melhorar o consumo alimentar e o perfil antropométrico poderá resultar em benefícios relativos à saúde da mulher climatérica. A prevalência de obesidade, associada com pior qualidade de vida e morbimortalidade, reforça a necessidade de existir um programa de reeducação alimentar no climatério.PURPOSE: To associate the quality of life with the nutritional status of climacteric women. METHODS: This was a cross-sectional study on a sample of 200 climacteric women aged 40 to 65 years who responded to a 24-hour food recall and to questions about socioeconomic factors and current, previous and family medical history. Body mass index (BMI, waist circumference (WC and waist-hip ratio were used for anthropometric evaluation. To assess the quality of life, we applied the MRS

  5. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Domingues do Nascimento

    2013-06-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirurgia, observa-se uma acentuada melhora das condições físicas e emocionais, as quais influenciam e são influenciadas pela reformulação positiva do autoconceito. Todavia, o emagrecimento tanto pode acarretar demandas estéticas irrealizáveis como certas vivências de despersonalização, as quais favorecem a desadaptação emocional ou a ocorrência de transtornos psíquicos. Pelas mudanças identitárias que acarreta, a cirurgia exige, preventivamente, o acompanhamento e o apoio psicológico às mulheres que a realizam.

  6. Representações sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento em um centro de referência da cidade de São Paulo - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edemilson Antunes de Campos

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender as representações e os significados elaborados sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento no Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (CRATOD, localizado na cidade de São Paulo-Brasil. Para tanto, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com mulheres que fazem uso considerado abusivo de álcool. Para essas mulheres, as representações sobre o uso do álcool estão ligadas às relações familiares, profissionais e de gênero, que definem os modos de classificação do uso do álcool concebidos como socialmente aceito e como abusivo e, por essa via, acionam um sistema de acusações, que envolve os valores próprios do universo sociocultural no qual estão inseridas, identificando-as como "mulheres que abusam do álcool", isto é, mulheres que não cumprem suas obrigações sociais nas esferas da família e do trabalho.

  7. Resultado perinatal em mulheres portadoras de hipertensão arterial crônica: revisão integrativa da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita José Henrique

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivou-se identificar as principais complicações relativas à Hipertensão Arterial Crônica observadas em mulheres gestantes e conhecer a evolução nos padrões de riscos dos resultados perinatais em duas décadas. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura com abrangência temporal entre os anos de 1990 e 2010, nas bases de dados LILACS, SciELO e MEDLINE. Entre os resultados, observou-se que gestantes hipertensas crônicas apresentaram pré-eclâmpsia sobreposta (20% a 78%, restrição do crescimento fetal (8,5% a 30,7%, prematuridade (32,4% a 86,4%, cesárea (69,2%, descolamento prematuro da placenta (3,75% a 8,4%, óbito fetal (9,5% a 27,2%, complicações cardiovasculares, renais e pulmonares maternas. Conclui-se que a associação entre hipertensão crônica e gestação mostra forte risco para complicações maternas e perinatais, principalmente quando associados à severidade e etiologia da hipertensão, não mostrando evolução no decorrer das duas décadas pesquisadas sobre o resultado perinatal.

  8. A consciência em construção no trabalho de construção da existência : uma análise psicossocial do processo da consciência de mulheres faveladas participantes de movimentos urbanos de reivindicação social e de um grupo de produção de artesanato

    OpenAIRE

    Sawaia, Bader Burihan

    1987-01-01

    A pesquisa apresenta a singularização do processo de consciência no processo de construção da existência através da analise das historias vividas por 5 mulheres moradoras da favela Vila Dalva, dos movimentos reivindicatórios e da atividade de produção e comercialização de artesanato

  9. Conceitos de mulheres sobre sua menstruação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Yuri Shinohara

    1994-06-01

    Full Text Available Dando prosseguimento às pesquisas anteriores realizadas pelo Núcleo de Assistência para o Autocuidado da Mulher (NAAM sobre aspectos relativos à menstruação, desenvolvemos um trabalho que estudou os conceitos de 705 mulheres sobre sua menstruação. Foram utilizadas informações do banco de dados do NAAM, obtidos na aplicação do Histórico de Saúde da Mulher no Município de Vargem Grande Paulista. O conceito mais relatado pelas mulheres foi o Normal. Isto talvez explique os dados obtidos em trabalhos anteriores, onde muitas mulheres nada fazem para aliviar os sintomas dolorosos da menstruação. O acesso a estes conceitos próprios é importante para elaborar uma assistência de enfermagem de qualidade respeitando as crenças e valores dentro da cultura das mulheres.

  10. Classificação de óbitos em mulheres com vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida no ciclo gravídico-puerperal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuella Coutinho Brayner

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Reclassificar os óbitos de mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida no ciclo gravídico-puerperal no Estado de Pernambuco, no período de 2000 a 2010. Métodos: Estudo descritivo exploratório, desenvolvido a partir das seguintes etapas: tradução para português do item “HIV and aids” do documento da Organização das Nações Unidas “The WHO application of ICD-10 to deaths during pregnancy, childbirth and the puerperium: ICD MM, 2012”; elaboração de um algoritmo de classificação dos óbitos de mulheres portadoras do vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida no ciclo gravídico-puerperal; e reclassificação dos óbitos por um grupo de especialistas. Resultados: Dentre os 25 óbitos reclassificados, 12 foram devido ao vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida e a condição gravídica era coexistente; 9 foram reclassificados como morte materna obstétrica indireta, com o código O98.7, proposto pela Organização Mundial de Saúde; 2 como morte materna obstétrica direta/indireta; e 2 foram considerados indeterminados. Conclusão: A reclassificação apontou uma possível mudança de padrão de mortalidade materna, visto que a maioria dos óbitos foi atribuído ao vírus, podendo levar a uma redução dos óbitos por causas maternas. O algoritmo subsidiará o uso da nova classificação sobre morte materna e do vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida.

  11. Em briga de marido e mulher se mete a colher: a Lei Maria da Penha à luz da teoria da democracia de Habermas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Magna Cardoso Barroso Lima

    2008-12-01

    Full Text Available This article reflects on the analysis of the affirmative politics of the State in combating conjugal violence, in particular the Maria da Penha Law, in light of Habermas’s theory of democracy. We ponder the effectiveness of its measures in addressing the gender issues raised by the feminist movement of the 970s, appropriated by the State as a political program and expropriated of the communicative rationality of the individuals who are members of civil society.

  12. Vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana Vaginal infections in human immunodeficiency virus-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Matos Oliveira

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: comparar a freqüência de vulvovaginites em mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV com mulheres não infectadas. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 64 mulheres infectadas pelo HIV e 76 não infectadas. Foram calculadas as freqüências de vaginose bacteriana, candidíase e tricomoníase, que foram diagnosticadas por critérios de Amsel, cultura e exame a fresco, respectivamente. Para análise dos dados, utilizaram-se o teste do c2, teste exato de Fisher e regressão múltipla para verificar a independência das associações. RESULTADOS: a infecção vaginal foi mais prevalente em pacientes infectadas pelo HIV quando comparadas ao Grupo Controle (59,4 versus 28,9%, pPURPOSE: to compare the frequency of vulvovaginitis in women infected with human imunnodeficiency virus (HIV with the frequency in non-infected women. METHODS: a transversal study including 64 HIV infected women and 76 non-infected ones. The frequencies of bacterial vaginosis, candidiasis and trichomoniasis, diagnosed by Amsel's criteria, culture and fresh exam, respectively, were calculated. Chi-square test, Fisher's exact test and multiple regressions to verify the independence of associations were used to analyze the data. RESULTS: the vaginal infection was more prevalent in HIV infected patients, as compared to the control group (59.4 versus 28.9%, p<0,001; Odds Ratio=2.7, IC95%=1.33-5.83, p=0.007. Bacterial vaginosis occurred in 26.6% of the positive-HIV women; vaginal candidiasis, in 29.7% and trichomoniasis, in 12.5% of them. All the infections were significantly more frequent in the group of HIV infected women (p=0.04, 0.02 e 0.04, respectively. CONCLUSIONS: vulvovaginitis is more frequent in HIV infected women.

  13. Imagem corporal de mulheres com câncer de mama: uma revisão sistemática da literatura Body image of women with breast cancer: a systematic review of literature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Barsotti Santos

    2011-05-01

    Full Text Available A mulher passa por um importante processo de reformulação da imagem corporal quando lida com o câncer de mama. Este artigo objetiva a compreensão da relação que o câncer de mama e seus tratamentos têm no processo de (reelaboração da imagem corporal das mulheres, visando assim ao fomento de subsídios para a formação e a capacitação de profissionais de saúde mais atentos à promoção da qualidade de vida delas. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura de artigos científicos publicados entre 2004 e 2009 disponíveis em três bases de dado; 56 artigos foram revisados e agrupados em quatro categorias. Destacamos a necessidade de mais estudos que contemplem características socioculturais de mulheres com câncer de mama, sobre diferenças na (reelaboração da imagem corporal de mulheres jovens e de mulheres mais velhas, e de publicações brasileiras sobre a experiência pessoal e aspectos socioculturais específicos de mulheres com câncer de mama.Women experience a major process of reshaping their body image when they deal with breast cancer. This article seeks to understand the relationship that breast cancer and its treatment have in the process of (reconstruction of a woman's body image. The ultimate objective is to promote knowledge to train health professionals to become more aware of a woman's quality of life. A systematic review of the literature of scientific articles published between 2004 and 2009 available in three scientific databases was conducted and a total of 56 articles were reviewed and grouped into four thematic categories. There is a pressing need for further studies on the socio-cultural characteristics of women with breast cancer, the differences of (reconstruction of body image of young and older women, and Brazilian publications about the personal experience and socio-cultural context of women with breast cancer.

  14. Para além da maldade, da loucura e da vitimização: agência intencional e volição em crimes violentos praticados por mulheres = Beyond evil, madness and victimization: intentional agency and violent crimes practiced by women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ratton, José Luiz

    2016-01-01

    Full Text Available A literatura criminológica tem apontado há muitos anos que as mulheres matam muito mais raramente que os homens. O argumento central deste texto propõe que os assassinatos cometidos por mulheres não podem ser explicados deterministicamente por transtornos mentais ou processos de vitimização, antigos ou recentes. Sem excluir a eventualidade da existência de tais mecanismos psicossociais, buscamos discutir a ideia de que as mulheres também matam de forma deliberada, em atos que envolvem vontade (ou volição, intencionalidade, racionalidade, emoções como raiva e ódio, que podem estar associados de forma relativamente autônoma a processos de vitimização remotos ou recentes e mesmo a transtornos mentais passageiros ou permanentes

  15. Um encontro de mulheres: dar à luz

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maysa Luduvice Gomes

    1998-09-01

    Full Text Available Este trabalho analisa a relação que se estabelece entre a mulher durante o processo de parturição e a enfermeira obstetra, mulher e agente institucional. Discute-se como a experência de submissão é vivenciada pela mulher, sujeito de um processo anátomo-fisiológico, e a forma pela qual se expressa o exercício do poder e dominação da instituição que a enfermeira representa sobre a mulher usuária. Expõe-se a submissão da mulher ao serviço e sua expectativa com relação ao momento do parto, ao medo da dor e aos maus tratos. Analisa-se o poder sutil e educado exercido pela enfermeira sobre a parturiente, mostrando também que é uma mulher que cuida de outra, expressando sua subjetividade, a qual é sufocada pelo padrão da racionalidade científica moderna. A abordagem foi qualitativa e os dados, coletados através da observação participante em entrevista semi-estruturada, foram analisados dialeticamente.

  16. Protagonista da amamentação ou instrumento da política de saúde infantil?: a enunciação da mulher nos materiais oficiais de promoção e orientação ao aleitamento materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irene Rocha Kalil

    2016-03-01

    Full Text Available Resumo Este artigo analisa materiais de promoção e orientação ao aleitamento materno recentes, pro duzidos pelo Ministério da Saúde (MS brasileiro, identificando aproximações e diferenças entre os discursos voltados a gestantes e lactantes e aqueles dirigidos a profissionais de saúde em relação aos sentidos propostos acerca da mulher. Com base na teoria da enunciação, identificamos que, mesmo permanecendo o eu ou sujeito da enunciação dos discursos analisados, identificado como MS, per sistem distinções significativas na abordagem da mulher. Nos manuais para profissionais de saúde, nos quais a mulher é o sujeito sobre quem se fala, é mais comum ela aparecer representada como in divíduo dotado de subjetividade e protagonista do processo. Por outro lado, de modo geral, as mulheres são tratadas de forma objetificada nos materiais voltados a elas mesmas, o que se revela por meio de linguagem normativa e imperativa que as configura como instrumento da política oficial de saúde in fantil. Defendemos que compreender como o objeto de que se fala é constituído por/nesses discursos, assim como desvelar como neles se constroem as posições de sujeito e relações de poder, possibilita -nos problematizar essa comunicação que, de modo geral, negligencia as experiências e expectativas da mãe no processo de amamentação.

  17. Efeitos do ganho de peso gestacional e do aleitamento materno na retenção de peso pós-parto em mulheres da coorte BRISA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deysianne Costa das Chagas

    Full Text Available Este estudo analisou os efeitos do ganho de peso gestacional e do aleitamento materno na retenção de peso pós-parto. Foram acompanhadas 2.607 mulheres da coorte de nascimento BRISA. As variáveis utilizadas foram idade, situação socioeconômica, paridade, índice de massa corporal pré-gestacional, ganho de peso gestacional, duração do aleitamento materno, tempo de acompanhamento após o parto e retenção de peso pós-parto. Foi utilizada modelagem de equações estruturais que permitiu avaliar os efeitos totais, diretos e indiretos das variáveis explicativas na retenção de peso pós-parto. Aumento de um desvio padrão do ganho de peso gestacional correspondeu a um aumento significativo de 0,49 desvio padrão da retenção de peso pós-parto (p < 0,001. Aumento de um desvio padrão da duração do aleitamento materno correspondeu à diminuição média de 0,10 desvio padrão da retenção de peso pós-parto (p < 0,001. Independente do índice de massa corporal pré-gestacional, o ganho de peso gestacional é fator de risco, e a duração do aleitamento materno é fator protetor para a retenção de peso pós-parto.

  18. Habilidades maternas de mulheres vítimas de violência doméstica: uma revisão da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Mazo D'Affonseca

    Full Text Available O presente estudo objetivou revisar a literatura nacional e internacional de 2007 a 2010 sobre violência doméstica e habilidades maternas nas seguintes bases de dados: Bireme, Web of Science, Lilacs e Medline. A busca resultou em 85 artigos, sendo analisados 28 que se relacionavam com a proposta deste estudo, todos internacionais, divididos em quatro categorias: (1 prevalência, (2 intervenção, (3 relação entre violência conjugal e habilidades maternas e (4 impacto da violência conjugal nos filhos. A análise dos artigos permitiu verificar que uma parcela expressiva de crianças presencia desentendimentos violentos entre os pais e são afetadas direta ou indiretamente por eles. Nos artigos em que se buscou avaliar a relação entre a violência conjugal e as habilidades maternas, os resultados demonstraram os impactos negativos da exposição à violência conjugal e a importância de um relacionamento mãe-filho positivo para a diminuição dos problemas de comportamento dos filhos, sendo esse um fator importante quando se pensa em intervir nessa população. Destaca-se que todos os dados foram obtidos por meio de autorrelato das mulheres, sendo sugeridas pesquisas futuras que utilizem outras formas de coleta de dados, como fontes de informação diversas ou estudos observacionais sistematizados.

  19. As relações da Revista Estudos Feministas com os movimentos de mulheres The debate between Revista Estudos Feministas and women's movements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Linhares Barsted

    2008-04-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo refletir sobre o diálogo da REF, nesses últimos 15 anos, com os movimentos de mulheres no Brasil. Recupera os temas dos diversos dossiês que, em grande medida, focaram temáticas de extrema relevância e atualidade para a agenda política do feminismo. Resgata alguns desses dossiês como exemplos da articulação academia/movimentos sociais em torno de uma pauta feminista.This article focus on how, during the last 15 years, the periodical REF (Feminist Studies Review has debated with the various women's movements and contributed to the discussion of issues and proposal for feminism in Brazil. It recalls the main themes of several dossiers, which, in general, focused on issues of extreme relevance and importance for the political agenda of feminism. It reviews some of these dossiers as examples of a good articulation of the academy with social movements in the construction of a feminist agenda.

  20. História, catequeses e gênero: uma abordagem dos sentidos de família, maternidade e mulher em discursos da Igreja Católica (Uberlândia, 1978-2013)

    OpenAIRE

    Maciel, Adriana Simões Monteiro

    2014-01-01

    A presente pesquisa propôs a analisar as representações de família, casamento, maternidade e mulher no discurso da Igreja Católica, tomando por base as cartas apostólicas e encíclicas, catecismo da Igreja Católica, catequeses sobre o amor humano, produzidas no pontificado de João Paulo II. Por intermédio de outras fontes documentais escritas e inspiradas pelo Concílio Vaticano II, entre elas o informativo O Vagalume e Diretrizes para a Catequese da Diocese de Uberlândia, fontes analisadas obs...

  1. A histerectomia simples realizada no menacme e a densidade mineral óssea da mulher na pós-menopausa Pre-menopausal simple hysterectomy and post-menopausal female bone mineral density

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Daniel Hobeika

    2002-12-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar a densidade mineral óssea de mulheres na pós-menopausa, com o antecedente de histerectomia com conservação ovariana bilateral, realizada no menacme, comparadas a um grupo de mulheres com menopausa natural, não histerectomizadas. Tratou-se de um estudo de corte transversal, com trinta mulheres na pós-menopausa e histerectomizadas no menacme e 102 mulheres menopausadas naturalmente, comparando-se as respectivas densitometrias ósseas, em nível do fêmur e coluna lombar. A análise mostrou que as variáveis idade e índice de massa corporal estavam fortemente associadas à densidade mineral óssea do fêmur e da coluna lombar, sendo o índice de massa corporal diretamente e a idade inversamente associados. Posteriormente, as trinta mulheres histerectomizadas, foram pareadas por idade e índice de massa corporal, com trinta mulheres não-histerectomizadas, não apresentando diferenças estatisticamente significantes da densidade mineral óssea. Esses resultados sugerem que a histerectomia com conservação ovariana bilateral, realizada em mulheres no menacme, não parece ocasionar redução adicional da massa óssea, quando avaliadas na pós-menopausa.This study aimed to evaluate the bone mineral density (BMD of post-menopausal women with previous pre-menopausal hysterectomy including bilateral ovarian conservation compared to a group of non-hysterectomized women with natural menopause. Data from a cross-sectional study of 30 pre-menopausally hysterectomized women evaluated in the post-menopause were compared with 102 naturally post-menopausal women, analyzing their respective bone densitometry, measuring the femoral and lumbar spinal BMD. Multiple regression analysis of the 132 women showed that age and body mass index (BMI were heavily associated with femoral and lumbar spinal BMD, BMI directly associated, and age inversely associated with BMD. In addition, 30 hysterectomized women were matched by age and BMI to the

  2. Os bens de consumo como mecanismo de mediação da reprodução cultural das mulheres negras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Silva de Oliveira

    2010-02-01

    Full Text Available O consumo, para as mulheres negras, é uma prática material e simbólica que expressa pertencimento social e étnico, em especial quando relacionados aos cabelos crespos, pois a manipulação destes reflete os conflitos sociais os quais estas mulheres estão envolvidas na sociedade brasileira. Objetivamos, nessa pesquisa, compreender como as mulheres negras utilizam o consumo como mecanismo de reprodução cultural, ao substanciar de significados os bens consumidos para a construção de identificação como mulher negra.

  3. Impacto da obesidade na capacidade funcional de mulheres Impact of obesity on the functional capacity of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Vianna de Andrade Orsi

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a capacidade funcional em mulheres eutróficas, com sobrepeso e obesas. MÉTODOS: Estudo transversal analítico envolvendo 90 mulheres adultas com idade entre 40 e 60 anos, alocadas em três grupos de acordo com a classificação do índice de massa corporal: eutróficas (n=30, sobrepeso (n=30 e obesas (n=30. As pacientes foram entrevistadas usando um instrumento de avaliação de qualidade de vida específico para capacidade funcional o Stanford Health Assessment Questionnaire (HAQ-20. Também foram submetidas a teste de esforço para comparação do consumo máximo de oxigênio (VO2max entre os três grupos. Para análise estatística foram usados o teste do Qui quadrado, a análise de variância de Kruskal-Wallis e as correlações de Spearman e Pearson para p= 0,05. RESULTADOS: As mulheres obesas apresentaram escores do HAQ-20 (0,375 significantemente maiores (pOBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate the functional capacity of obese, overweight and eutrophic women. METHODS: An analytical cross study involved 90 adult women from 40 to 60 years of age, distributed in three groups: eutrophic (n=30, overweight (n=30 and obese (n=30.Patients were interviewed by means of the specific health related quality of life questionnaire, Stanford Health Questionnaire (HAQ-20. They were also submitted to an exercise test to compare the maximal oxygen uptake (VO2max among the three groups. Statistical analysis included the chi-square test, the Kruskal Wallis variance analysis and the Spearman and Pearson correlations for p= 0.05. RESULTS: The group of obese women presented HAQ-20 (0.375 score rates significantly higher (p<0.05 than the other groups (0, reflecting lesser functional capacity. The obese group presented VO2max score rates (25.8±5.0ml/kg/min, significantly lower (p<0.001 than the overweight (29.9±6.1ml/kg/min and eutrophic (33.8±4,1ml/kg/min groups, indicating a poorer cardio respiratory aptitude. There was no

  4. As vivências da mulher infértil Las experiencias de las mujeres infértiles The experiences of infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inês Rafaela Valente Silva

    2012-12-01

    Full Text Available Segundo Moreira et al. (2006, as mulheres inférteis estão mais vulneráveis ao stress, principalmente aquelas que nunca tiveram filhos, apresentando maior tendência para reagir a situações ameaçadoras. Este estudo, sob enfoque fenomenológico, segundo Colaizzi de acordo com Carpenter et al. (2009, tem como objetivo conhecer as vivências e o impacto do insucesso dos tratamentos de infertilidade na mulher infértil que deseja ter filhos. Recorremos à metodologia qualitativa de enfoque fenomenológico. Na análise das entrevistas, surgiram várias categorias: significado de ser mãe, o desejo de ter um filho, significado da infertilidade, consequências da infertilidade, dificuldades sentidas e redes de apoio. Compreender o mundo destas mulheres face ao fenómeno da infertilidade é fundamental, para que as práticas de cuidados sejam facilitadoras e vinculativas face ao processo de transição das mesmas.Según Moreira y otros (2006, las mujeres estériles son más vulnerables al estrés, especialmente aquellas que nunca han tenido hijos y presentan una mayor tendencia en reaccionar ante situaciones amenazadoras. Este estudio, de enfoque fenomenológico, que según Colaizzi en acuerdo con Carpenter et al. (2009, tiene por objeto dar a conocer las experiencias y el impacto del fracaso de los tratamientos de infertilidad en la mujer estéril, que desea tener hijos. Recurrimos a la metodología cualitativa de enfoque fenomenológico. En el análisis de las entrevistas, en lo que concierne las experiencias de la mujer infértil que desea tener hijos, surgieron varias categorías, entre las cuales: el significado de serse madre, el deseo de tener un hijo, el significado de la infertilidad de las consecuencias de la infertilidad, las dificultades sentidas y las redes de apoyo. Entender el mundo de estas mujeres ante el fenómeno de la infertilidad es esencial para que las prácticas de cuidado sean facilitadoras y capaces de crear vínculos ante

  5. Efeito da estimulação elétrica nervosa transcutânea na dor óssea metastática vertebral em mulheres com câncer de mama: estudo experimental de caso único

    OpenAIRE

    Sampaio, Luciana Ribeiro; Resende, Marcos Antonio de; Pereira, Leani Souza Maxima

    2016-01-01

    RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Avaliar a eficácia analgésica da estimulação elétrica nervosa transcutânea na dor óssea metastática vertebral em mulheres com câncer de mama e seu impacto no consumo de analgésicos. MÉTODOS: Foi utilizado um desenho experimental de caso único, onde foram selecionadas três mulheres com idade entre 40 e 60 anos. O desenho utilizado foi A1-B-A2-C-A3-D-A4, no qual as participantes na fase A não receberam intervenção, na fase B receberam estimulação elétrica ner...

  6. UMA ANÁLISE PRAGMÁTICA DA DESIGUALDADE SÓCIO-ESPACIAL ENTRE AS MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DE GÊNERO EM PORTO VELHO – RONDÔNIA

    OpenAIRE

    Calderon Ribeiro, Srta Maria Ivanilse; Universidade Federal de Rondônia - UNIR; Silva, Maria das Graças Silva Nascimento; Universidade Federal do Estado de Rondôia

    2014-01-01

    Este artigo propõe uma reflexão sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres vítimas de violência doméstica  na cidade Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, em relação à busca de proteção e amparo pelas políticas públicas de enfrentamento a violência doméstica. Esta pesquisa iniciou-se a partir da prática e dos estudos de gênero no Grupo de Estudos e Pesquisa em Geografia, Mulher e Relações Sociais de Gênero – GEPGENERO da Universidade Federal de Rondônia - UNIR. No grupo participam...

  7. Cuidado às mulheres em situação de violência conjugal: importância do psicólogo na Estratégia de Saúde da Família

    OpenAIRE

    Gomes, Nadirlene Pereira; Erdmann, Alacoque Lorenzini; Stulp, Karine Patrícia; Diniz, Normélia Maria Freire; Correia, Cíntia Mesquita; Andrade, Selma Regina de

    2014-01-01

    A violência conjugal compromete a saúde mental das mulheres, estando associada à baixa autoestima e depressão. No fomento de ações para enfrentamento desse agravo, destaca-se a atuação dos psicólogos. Objetivou-se compreender o significado do apoio psicológico à mulher em situação de violência conjugal, no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Foram realizadas entrevistas com 52 profissionais que atuam em unidades de saúde em Santa Catarina, Brasil. A coleta e análise de dados basearam-se...

  8. Retenção da capacidade funcional em mulheres idosas após a cessação de um programa de treino multicomponente: estudo longitudinal de 3 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Filipe Leitão

    2015-12-01

    Full Text Available A atividade física proporciona benefícios para a saúde e qualidade de vida de mulheres idosas. Ainda são escassos os estudos longitudinais em mulheres idosas com duração superior a um ano de prática de exercício físico. Assim o objetivo do estudo foi analisar os efeitos de três anos de treino multicomponente na capacidade funcional de mulheres idosas. Métodos: 51 mulheres (66.7±5.30 anos e 159±0.11cm participaram ao longo de três anos num programa constituído por períodos de nove meses de treino multicomponente seguidos de três meses de destreino. As avaliações decorreram no início/fim de cada período de treino e destreino. Resultados: No 1º, 2º e 3º ano verificaram-se aumentos estatisticamente significativos em todos os parâmetros da capacidade funcional (p<0.05. No entanto, o 2º ano revelou ser o período de treino onde observamos os maiores aumentos nos testes T6M (7.43%, SA (383.33%, AC (40.33%, FA (13.05% e LS (12.5% (p<0.05. Os testes T6M, LS, FA, AC, SA melhoraram entre 4.17% a 576.60% em todos os períodos de treino e diminuíram entre 3.21% a 85.31% em todos os períodos de destreino. Conclusões: Três anos de treino multicomponente contribuíram para a melhoria da capacidade funcional em mulheres idosas, principalmente no 2º ano de intervenção.

  9. Resposta da cinética de consumo de oxigênio e da eficiência mecânica delta de homens e mulheres em diferentes intensidades de esforço

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucenildo S Cerqueira

    2011-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO:A eficiência mecânica delta (EMΔ e a cinética do consumo de oxigênio (K2 são influenciadas por parâmetros metabólicos musculares e pelo transporte de 2. O objetivo do presente estudo foi determinar a diferença na K2 e na EMΔ em três intensidades de esforço nos dois gêneros. MÉTODOS: 56 sujeitos (26 mulheres foram submetidos ao protocolo de esforço escalonado, contínuo e máximo (GxT no cicloergômetro mecânico para determinação da potência aeróbia máxima (2máx, carga máxima (Wmax, limiar anaeróbio (AT e ponto de compensação respiratória (PCR. O AT foi determinado através dos métodos V-slope e E E / 2; o PCR através da relação 2 versus E ; ambos por dois avaliadores. A EMΔ e a K 2 foram consideradas como a inclinação entre 2 versus Watts e 2 versus tempo (s, respectivamente, do começo do teste até o AT (S1, do AT ao PCR (S2 e do PCR ao 2máx (S3, determinada por análise de regressão linear. RESULTADOS: Para a EMΔ, diferenças significativas foram observadas entre S1 versus S2 (p = 0,001, S1 versus S3 (p = 0,001 e S2 versus S3 (p = 0,006. Não foi observada diferença (p = 0,060 ou interação significativa (p = 0,062 entre homens versus mulheres. Para a K 2 diferenças significativas foram observadas entre S1 versus S3 (p = 0,001 e S2 versus S3 (p = 0,001 em ambos gêneros. Diferenças (p = 0,001 e interação significativa (p = 0,006 foram observadas entre homens versus mulheres, no último parâmetro. CONCLUSÕES: A EMΔ decresce com o incremento da intensidade de trabalho, porém, não há diferenças quando se compara homens e mulheres. Por outro lado, as mulheres apresentam K 2 mais rápida do que os homens.

  10. Análise acústica da prosódia em mulheres com doença de Parkinson: efeito da Levodopa Acoustic analysis of prosody in females with Parkinson's disease: effect of L-dopa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana L. Azevedo

    2003-12-01

    Full Text Available MOTIVO DO ESTUDO: Pacientes com doença de Parkinson (DP apresentam anormalidades da fala caracterizadas por pequena variação da frequência fundamental (Fo e maior amplitude. O papel dos sistemas dopaminérgicos na patogênese dessas alterações e o efeito terapêutico da L-dopa não se encontram claramente determinados. O objetivo desta investigação é avaliar o efeito da L-dopa nas caraterísticas da prosódia de mulheres com DP. MÉTODO: Nós estudamos 8 mulheres com DP (68,4 ± 6,4 anos e 8 mulheres controles (63,5 ± 6,8 anos. As pacientes (estágio H-Y 2, uma; estágio 2,5, quatro; estágio 3, três foram examinadas quando off e on. A frequência fundamental intensidade e duração da fala de sentenças afirmativas foram analisadas com o programa WinPitch 1.8 (Philippe Martin®. Os parâmetros Fo analisados foram: Fo usual (Fo us, Fo máxima (Fo max, Fo mínima (Fo min, Fo max da tônica prénuclear (Fo max PNT, Fo min da tônica prénuclear (Fo min PNT, Fo max da tônica nuclear (Fo max NT, Fo min da tônica nuclear (Fo min TN, velocidade da variação melódica da PNT (VPNT, velocidade da variação melódica da NT (VNT, amplitude da variação melódica da PNT (APNT, e amplitude da variação melódica da NT (ANT. Duração da sentença (D, duração da PNT (DPNT, duração da NT (DNT e número de sílabas por segundo (NSS foram os parâmetros de duração investigados. Foram estudadas as seguintes variáveis da intensidade: intensidade média (MI, intensidade máxima (I max, intensidade mínima (I min, intensidade da PNT (IPNT e intensidade da NT (INT. Diferenças foram estatisticamente significativas se pBACKGROUND: Untreated Parkinson's disease (PD patients display speech abnormalities characterized by narrow range of fundamental frequency (Fo variation and higher amplitude. The role of dopaminergic systems in the pathogenesis of these changes as well as the therapeutic effect of L-dopa have not been clearly determined. The aim

  11. Aborto provocado em mulheres da periferia da cidade de São Paulo: vivência e aspectos socioeconômicos Abortion in women living in the outskirts of Sao Paulo: experience and socioeconomic aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Mendes Gigliotti Borsari

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar e analisar aspectos socioeconômicos e emocionais na vivência do aborto provocado e espontâneo em mulheres da periferia da cidade de São Paulo. MÉTODOS: Estudo prospectivo e caso-controle realizado no período de julho de 2008 a março de 2010, envolvendo a realização de entrevistas semidirigidas, previamente elaboradas com mulheres que apresentavam diagnóstico médico de aborto internadas em dois hospitais públicos da periferia da cidade de São Paulo. Foram incluídas 100 mulheres com diagnóstico de aborto que foram internadas para a realização da curetagem uterina. Foram identificadas 11 mulheres que relataram ter provocado aborto (11% que constituíram o grupo de casos. O grupo controle (n=22 foi selecionado na proporção 2:1, seguindo-se o procedimento: para cada caso de aborto provocado, os próximos dois casos de aborto espontâneo, do mesmo hospital. Foi realizada entrevista semiestruturada com perguntas relativas aos aspectos emocionais, ao contexto familiar, social e econômico. RESULTADOS: As mulheres do grupo com aborto provocado, em relação ao grupo com aborto espontâneo, apresentaram menor escolaridade, sendo mais frequente o nível fundamental (82 versus 36%, p=0,04; menor renda familiar (mediana, R$ 1.000,00 versus R$ 1.400,00, p=0,04; menor renda pessoal (mediana, R$ 200,00 versus R$ 333,00, p=0,04, maior frequência de sentimentos negativos na suspeita (82 versus 22%, p=0,004 e na confirmação (72 versus 22%, p=0,03 da gravidez. CONCLUSÃO: O aborto provocado em mulheres que procuram atendimento em hospitais da periferia da cidade de São Paulo está relacionado a condições socioeconômicas desfavoráveis, o que prejudica a vivência na suspeita e confirmação da gravidez.PURPOSE: To compare and analyze socioeconomic aspects and the emotional experience of women with spontaneous or induced abortion and in women living in the outskirts of São Paulo. METHODS: A prospective case-control study

  12. Estudo da reatividade vascular induzida pelo estresse mental na gravidez de mulheres portadoras de estenose mitral Vascular reactivity response to mental stress in pregnant women with mitral stenosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walkiria Samuel Avila

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a reatividade vascular mediante a análise do fluxo sangüíneo e da resistência vascular periférica em repouso e estresse mental na gravidez de mulheres com estenose mitral. MÉTODOS: Foram estudadas 22 mulheres portadoras de estenose mitral, 13 grávidas (GE e 9 não-grávidas (EM, e 9 gestantes saudáveis voluntárias (GN. Na gestação, 9 (GEB das 13 do GE necessitaram de betabloqueador e 4 restantes (GESB evoluíram sem medicação. A plestimografia em repouso e sob estresse mental analisou o fluxo sangüíneo muscular, resistência vascular periférica (RVP, pressão arterial média (PAM e freqüência cardíaca (FC na gestação e no puerpério. RESULTADOS: Na gestação do GESB, os valores do fluxo sangüíneo muscular e da FC foram maiores em 1,6% e 20,5% (p = 0,05, e os da RVP e da PAM foram menores em 19,3% e 4,4%, respectivamente, em comparação ao puerpério; no estresse mental, o fluxo sangüíneo muscular aumentou em 55,9%, a FC reduziu em 30,2% e houve semelhança da RVP e PAM. No GEB, os valores do fluxo e da FC foram maiores em 5,9% e 14,9% (p = 0,001 e os da PAM e da RVP menores em 10,3% e 9,1%, respectivamente, quando comparados ao puerpério; no estresse mental o fluxo e a PAM aumentaram em 69,8% e 174,1%, respectivamente, a FC foi semelhante e a RVP reduziu em 53,7%. O estudo comparativo mostrou que no grupo GN o fluxo sangüíneo muscular foi maior, a RVP menor e houve semelhança na PAM e FC em relação ao grupo GE e que os grupos GE, GN, EM apresentaram semelhança na resposta ao estresse mental. CONCLUSÕES: A reatividade vascular na gestação de mulheres com estenose mitral foi preservada e a análise das medidas mostrou valores menores de fluxo sangüíneo muscular e maiores da RVP quando comparados às gestantes saudáveis.OBJECTIVE: To study vascular reactivity according to the analysis of blood flow and peripheral vascular resistance at rest and during mental stress in pregnant women with

  13. Associação e poder discriminatório da atividade física para a prevenção da sarcopenia em mulheres pós-menopáusicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Penas Seara Pitanga

    2015-12-01

    Full Text Available A sarcopenia é frequentemente observada na pós-menopausa e as causas incluem alterações no estado hormonal e níveis reduzidos de atividade física. Prejuízo funcional e incapacidade física são as principais consequências desta condição. O estudo procurou analisar a associação e o poder discriminatório da atividade física (AF para a prevenção da sarcopenia em mulheres pós-menopáusicas. A amostra inclui 257 mulheres (57.2 ± 6.6 anos; 69.1± 11.3 kg; 155.0±5,2 cm e a composição corporal foi medida por bioimpedância. A versão longa do International Physical Activity Questionnaire foi utilizada na apreciação dos níveis de atividade física habitual. A associação das variáveis foi testada através de regressão logística e o poder discriminatório através das curvas Receiver Operating Characteristic, considerando um intervalo de confiança de 95%. A presença de um dispêndio calórico semanal de 580 a 816 kcal através da prática de caminhada revelou poder discriminatório para uma melhor condição muscular na pós-menopausa, sendo registada uma associação significativa entre este tipo de AF e a sarcopenia apenas para o valor de corte de 816 kcal/semana. Os resultados do estudo sugerem que a prática de caminhada, reunindo um dispêndio energético semanal de 816 kcal, previne a sarcopenia em mulheres pós-menopáusicas.

  14. O estigma da violência sofrida por mulheres na relação com seus parceiros íntimos The stigma of violency suffered by women in their intimate relationship with partners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virginia Moreira

    2011-08-01

    Full Text Available Este artigo descreve uma pesquisa sobre o estigma da violência sofrida pelas mulheres na relação com seus parceiros íntimos. Focaliza a compreensão de quais fatores determinantes na relação agressivo-abusiva concorrem para que as mulheres sintam tanta dificuldade de denunciar seus agressores. Fizemos uso do método fenomenológico crítico mundano e, como instrumento, usamos entrevistas áudio-gravadas. Os resultados mostram que essas mulheres suportam várias modalidades de violência na relação com seus parceiros. Sentindo-se psicologicamente estigmatizadas, evitam a denúncia por não quererem ser reconhecidas pela sociedade como mulheres espancadas e maltratadas.This article describes a research about the stigma of violence suffered by women in their relationship with intimate partners. It focalizes the understanding on which determining factors in the aggressive/abusive relation concur in order that women feel so many difficulties to denounce their aggressors. We used the mundane critical phenomenological method and, as an implement, we used audio-record interviews. The results show that these women endure several modalities of violence in the relation with their partners. Feeling psychologically stigmatized, they avoid denouncing because they do not want to be recognized by society as trashed and ill-treated women.

  15. Musical rhythms and their influence on P300 velocity in young females Ritmos musicais diferentes: influência da velocidade no P300 em jovens mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cintia Ishii de Sá

    2011-04-01

    Full Text Available Exposure to music may be useful in the P300 retest and avoid habituation. AIM: To verify the influence of the exposure to different kinds of music in P300 in young females. STUDY DESIGN: Clinical prospective. MATERIAL AND METHOD: Forty-five women aged from 20 to 36 years were evaluated. P300 was studied before and after musical stimulation with different rhythms. Brazilian songs, international songs, and classical music melodies were selected. Each song had its velocity altered and was named as fast and slow. Subjects were divided into 2 groups exposed to music: one group was exposed to the fast version and the other to the slow version. The control group not exposed to music and was evaluated within the same time period of the others. RESULT: There were statistically significant differences when comparing P300 amplitude in the first and third stimulation with the comparison group. CONCLUSION: In the same subject, several sequential registrations of P300 caused habituation, which was not seen during exposure to music before P300 recording. Exposure to music at preset different velocities did not affect the P300 in young females.Exposição musical pode auxiliar na reavaliação do P300 e evitar habituação. OBJETIVO: Verificar influência à exposição a diferentes tipos de música e velocidades no P300 em mulheres. FORMA DO ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram 45 mulheres, entre 20 e 36 anos. Estudamos o P300 antes e após estimulação musical. Selecionamos uma melodia brasileira, melodia não brasileira e melodia clássica. A mesma música teve sua velocidade alterada para rápida e lenta. A amostra foi constituída por dois grupos com exposição à música: um grupo foi exposto aos três tipos de música com velocidade lenta e o outro grupo exposto às mesmas músicas com velocidade rápida. E, um grupo comparação cujas medidas foram feitas sem exposição musical respeitando-se apenas os intervalos de tempo

  16. Atendimento integral às mulheres vítimas de violência sexual: Centro de Assistência Integral à Saúde da Mulher, Universidade Estadual de Campinas Comprehensive healthcare for female victims of sexual violence: the experience of the Women's Comprehensive Healthcare Center, State University in Campinas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aloisio José Bedone

    2007-02-01

    Full Text Available O Centro de Assistência Integral à Saúde da Mulher (CAISM atende vítimas de violência sexual desde 1986. Em 1998 criou-se uma equipe multidisciplinar que provê atendimento de emergência e a longo prazo a estas mulheres. Desde agosto de 1998 até maio de 2006, 1.174 mulheres foram atendidas, sendo que 109 grávidas. Destas, foram feitos 71 abortos legais, 23 decidiram ter o bebê e 15 tinham gravidez acima do limite de 20 semanas. Não há suficientes serviços públicos que cuidem da mulher vítima de violência sexual e pratiquem o aborto legal no Brasil. Novos serviços são necessários assim como intervenções para reduzir a violência e os abortos.The Women's Comprehensive Healthcare Center (CAISM has provided care for women who have suffered sexual violence since 1986. Since 1998, a special multidisciplinary team has been in charge of emergency and long-term care for victims of sexual violence. From August 1998 to May 2006, 1,174 women were treated, with an average of 150 per year in the last five years. During the same period, 71/109 women who became pregnant after rape had their pregnancies terminated, 23/109 continued the pregnancy to term, and 15/109 did not undergo abortion due to gestational age greater than 20 weeks. In Brazil, there are not enough public services to treat female victims of sexual violence who require legal abortion. Nationwide implementation of new services should be encouraged, in addition to all measures known to reduce the problem such as sex education in schools and widespread information and easy access to effective contraception.

  17. Mulheres na informática: quais foram as pioneiras?

    OpenAIRE

    Schwartz,Juliana; Casagrande,Lindamir Salete; Leszczynski,Sonia Ana Charchut; Carvalho,Marilia Gomes de

    2006-01-01

    É importante mostrar que as mulheres tiveram papel imprescindível no desenvolvimento da área de software, para, deste modo, estimular as mulheres para a informática. Assim, o objetivo deste artigo é fornecer modelos femininos na área de informática, apresentando mulheres pioneiras que tiveram importante participação no desenvolvimento da computação. Sendo a informática uma ciência, a relação entre mulher e ciência é brevemente analisada, fornecendo um embasamento teórico dos motivos que levam...

  18. Assistance to women in situations of violence - the plot of the services to the intersectorial network 
 Assistência a mulheres em situação de violência – da trama de serviços à rede intersetorial Assistência a mulheres em situação de violência – da trama de serviços à rede intersetorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2012-11-01

    Full Text Available

    This text presents a reflection about the care offered to women in situations of violence. The concept behind this proposal is that the comprehensive care and services networks working in an integrated and inclusive approach. The discussion analyzes the public policies to confront the violence against women, presents empirical data on the mapping of network services performed in three Brazilian cities and points out weaknesses and perspectives in the organization of network services from the adoption of the principle of human and social rights.

    Este texto traz uma reflexão acerca da atenção ofertada para mulheres em situação de violência. A concepção que norteia esta proposta é a da atenção integral e da atuação em rede pelos serviços, trabalhando em uma abordagem integrada e inclusiva. A discussão analisa as políticas públicas para o enfrentamento das violências contra a mulher, apresenta dados empíricos acerca do mapeamento da rede de serviços realizado em três capitais brasileiras e aponta fragilidades e perspectivas na organização dos serviços em rede a partir da adoção do princípio dos direitos humanos e sociais.

    Este texto traz uma reflexão acerca da atenção ofertada para mulheres em situação de violência. A concepção que norteia esta proposta é a da atenção integral e da atuação em rede pelos serviços, trabalhando em uma abordagem integrada e inclusiva. A discussão analisa as políticas públicas para o enfrentamento das violências contra a mulher, apresenta dados empíricos acerca do mapeamento da rede de serviços realizado em três capitais brasileiras e aponta fragilidades e perspectivas na organização dos serviços em rede a partir da adoção do princípio dos direitos humanos e sociais.

  19. Expectativas acerca do acesso à justiça às vítimas de violência doméstica contra a mulher: os juizados de violência doméstica e familiar contra a mulher na efetivação da Lei 11.340/2006 (“Maria da Penha”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Lúcio Garcez Calil

    2014-02-01

    Full Text Available A Lei 11.340 criou os Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Há, porém, o risco de que tais órgãos enfrentem os mesmos problemas identificados na atuação dos Juizados Especiais. O objetivo deste trabalho é discutir a aplicação da Lei 9.099/95 à violência de gênero e estudar as expectativas acerca dos Juizados de Violência Doméstica, por meio de pesquisa bibliográfica e jurisprudencial. Justifica-se o trabalho, pois a violência doméstica é um problema social grave. Conclui-se que a atuação dos Juizados de Violência deve ocorrer de forma diversa do processo comum, levando em conta a natureza social do fenômeno.

  20. EpiFibro - um banco de dados nacional sobre a síndrome da fibromialgia: análise inicial de 500 mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo C. Rezende

    2013-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A fibromialgia (FM é uma condição dolorosa do sistema musculoesquelético, geralmente acompanhada de vários sintomas em outros sistemas, com uma prevalência no Brasil estimada em 2,5%. Apresentamos os dados iniciais do EpiFibro, um banco de dados nacional de pacientes com FM atendidos em serviços públicos e privados. OBJETIVO: Avaliar como é feito o diagnóstico da doença, identificar um conjunto de domínios clínicos considerados relevantes por médicos e por pacientes com FM, analisar o impacto da doença na qualidade de vida dos pacientes e comparar os achados entre pacientes de serviços público e privado. MÉTODOS: Foram analisadas as respostas das primeiras 500 mulheres nesse banco de dados. Esse banco de dados foi baseado em um questionário contendo dados demográficos e clínicos. O Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, traduzido e validado para o Brasil, foi preenchido pelos médicos e/ou pacientes. RESULTADOS: Uma análise preliminar do banco de dados EpiFibro revelou que as pacientes com FM no Brasil têm um alto impacto da doença avaliada pelo FIQ, uma alta prevalência de sintomas associados, um baixo grau de educação (um achado que pode ser explicado pelo fato de a saúde pública no Brasil ser usada principalmente por aqueles desfavorecidos socialmente e a maioria percebe a sua dor como sendo difusa a partir do início da doença. CONCLUSÃO: Depressão e ansiedade são percebidas como as principais causas dos sintomas da FM, mas uma quantidade significativa considera o esforço no trabalho como o primeiro gatilho. Há um atraso de poucos anos em busca de ajuda médica e para chegar ao reumatologista.

  1. Entre estupros e convenções narrativas: os Cartórios Policiais e seus papéis numa Delegacia de Defesa da Mulher (DDM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Nadai

    Full Text Available Resumo Este artigo tem por objetivo colocar em evidência as convenções narrativas que constituem os documentos oficiais produzidos pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM de Campinas, em casos de estupro e ato libidinoso, entre os anos de 2004 e 2005. Levando em consideração, a “gramática” e os “léxicos” produzidos pela polícia civil, gostaria de refletir sobre as inflexões narrativas que são postas em prática por essa corporação quando escrivãs e delegadas, por meio de seu trabalho rotineiro de escrita, forjam termos, produzem encadeamentos narrativos, sequências e imagens textuais. Tomando como cenário a espacialidade e os barulhos e silêncios impostos aos expedientes de trabalho dessa repartição policial, busco, também, colocar em evidência as expertises, estratégias e táticas mobilizadas por essas profissionais diante dos dilemas cotidianos de escuta/escrita enfrentados.

  2. ESTUDO DO EMPODERAMENTO NA PERSPECTIVA DAS MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karoline Brasil de Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou conhecer como as mulheres que ocupam cargos de liderança, utilizam o empoderamento no exercício profissional em uma instituição de ensino e tecnologia em Criciúma, Santa Catarina, Brasil. Na revisão da literatura foram contextualizados a mulher e sua inserção no mercado de trabalho, em busca de uma concepção de empoderamento e as dimensões do empoderamento da mulher no mercado de trabalho. A metodologia utilizada teve caráter descritivo e qualitativo. O instrumento de coleta de dados consistiu num roteiro com 16 questões que abordaram o bem-estar e sucesso profissional, o reconhecimento familiar, o processo de ascensão profissional e a participação das mulheres nos processos decisórios organizacionais. A pesquisa foi realizada com 10 mulheres que ocupavam cargos de chefia em diferentes setores da instituição em análise. Os resultados obtidos na pesquisa revelaram que as entrevistadas já demonstram expressões de empoderamento em seus cotidianos e a mulher se apresenta mais confiante e preparada para participar das tomadas de decisões em níveis hierárquicos maiores, além de interferir no próprio meio.

  3. A criminalização do tráfico de mulheres: proteção das mulheres ou reforço da violência de gênero? The criminalization of trafficking in women: protection of women or reinforcement of gender violence?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ela Wiecko V. de Castilho

    2008-12-01

    Full Text Available O conteúdo de 23 decisões judiciais proferidas no período de 2004 a 2008, em casos de tráfico de mulheres para a prostituição (art. 231 do Código Penal é analisado no contexto teórico da Criminologia Crítica feminista com o objetivo de verificar se os juízes avaliam o fato na perspectiva de gênero, de maneira a não reforçar a discriminação e a violência contra as mulheres. A análise revela posições ambíguas entre o respeito à liberdade sexual/dignidade humana e a proteção da moralidade pública, bem como a sobrevitimização das mulheres, o que torna duvidosa a eficácia da aplicação da lei penal na prevenção do tráfico.The content of 23 judicial decisions reached between 2004 and 2008, in cases of trafficking women for prostitution (article 231 of the Penal Code is analysed in the theoretical context of the Feminist Critical Criminology to verify if the judges evaluate the facts in the gender perspective, so that the discrimination and violence against women is not reinforced. The analysis reveals ambiguous positions between respect for sexual freedom/ human dignity and the protection of public morality, as well the overvictimization of women, which calls into question the effectiveness of the penal law enforcement in the prevention of trafficking.

  4. Acne da mulher adulta: aspectos epidemiológicos, diagnósticos e terapêuticos Acne in adult women: epidemiological, diagnostic and therapeutic aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Alvim Sant'Anna Addor

    2010-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: A acne da mulher adulta (AMA é uma dermatose de incidência crescente; o hiperandrogenismo está presente em muitos casos, mas há pacientes sem anormalidades hormonais. OBJETIVO: Analisar as características prevalentes na mulher adulta com acne sem hiperandrogenismo. MATERIAL E MÉTODO: Um levantamento de 226 prontuários com queixa de AMA foi realizado; 116 pacientes (51,3% possuíam perfil hormonal normal e, portanto, foram incluídas no estudo. Foram pesquisados idade, etnia, perfil clínico da acne, exames complementares, tratamentos anteriores, tratamentos prescritos e evolução. RESULTADOS: A média das idades foi de 33,9 anos e o grau clínico predominante foi o inflamatório moderado (grau II; a face foi a área mais acometida. Os retinoides tópicos foram as drogas mais prescritas, e a medicação sistêmica foi indicada em 53,4% das pacientes. A regressão total foi observada em 31 pacientes (26,7% até 12 semanas de tratamento. Houve reação adversa ao tratamento tópico em 21,5% das pacientes. CONCLUSÃO: O quadro clínico da AMA em pacientes sem hiperandrogenismo é de moderada intensidade, com predomínio de lesões inflamatórias. Seu tratamento é similar ao da acne vulgar; entretanto, atenção especial deve ser tomada com medicações de maior potencial irritante, uma vez que esse grupo parece ter uma maior predisposição a irritações cutâneas.BACKGROUND: Adult female acne (AFA is a dermatosis of increasing incidence; hyperandrogenism is present in many cases, but there are patients without hormonal abnormalities. OBJECTIVE: To analyze the prevalent characteristics in adult women with acne without hyperandrogenism. MATERIAL AND METHODS: A survey of 226 medical records with AFA complaints was conducted; of these, 116 (51.3% had a normal hormonal profile and were, therefore, included in the study. We investigated age, ethnicity, clinical profile of acne, complementary exams, previous treatment, prescribed

  5. "Lugares de (não) ver?" : as representações sociais da violência contra a mulher na atenção básica de saúde

    OpenAIRE

    Sandra Maria Cezar Leal

    2010-01-01

    Este estudo aborda as representações sociais da violência contra a mulher (VCM) de profissionais da saúde e usuárias da Atenção Básica de Saúde. O objetivo geral foi conhecer e analisar as representações, considerando os atendimentos nos serviços na região Partenon/Lomba do Pinheiro, no município de Porto Alegre. Tratase de um estudo qualitativo que analisa e confronta dimensões da violência, na perspectiva teorico-metodológica das Representações Sociais. Os participantes da pesquisa foram 40...

  6. Qualidade da atenção ao aborto no Sistema Único de Saúde do Nordeste brasileiro: o que dizem as mulheres?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela M. L. Aquino

    Full Text Available O aborto é grave problema de saúde no Brasil e suas complicações podem ser evitadas por atenção adequada e oportuna. O artigo avalia a qualidade da atenção às mulheres admitidas por aborto em hospitais do Sistema Único de Saúde, em Salvador, Recife e São Luís, tendo como referência as normas do Ministério da Saúde e o grau de satisfação das usuárias. Trata-se de inquérito com 2.804 usuárias, internadas por complicações do aborto em 19 hospitais, de agosto a dezembro de 2010. Considerou-se 4 dimensões - acolhimento e orientação, insumos/ambiente físico, qualidade técnica e continuidade do cuidado - desdobradas em critérios e indicadores. A adequação às normas foi maior quanto aos critérios de acolhimento e orientação. O apoio social e o direito à informação alcançaram valores baixos nas três cidades. A qualidade técnica do cuidado foi mal avaliada. Em insumos e ambiente físico, a limpeza foi o critério menos adequado. A situação é mais crítica na continuidade do cuidado nas 3 cidades, pela falta de consulta agendada de revisão, de informações sobre cuidados após alta hospitalar, risco de gravidez e planejamento familiar. A atenção ao aborto nessas cidades encontra-se distante do que propõem as normas brasileiras e os organismos internacionais.

  7. Autoavaliação vocal e avaliação perceptivo-auditiva da voz em mulheres com doença tireoidiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Érika Beatriz de Morais Costa

    2014-06-01

    Full Text Available Objetivo comparar a autoavaliação vocal e a avaliação perceptivo-auditiva da voz em mulheres com doença tireoidiana. Métodos o estudo foi realizado com 40 pacientes do sexo feminino, idade média de 49,50±10,40 anos, utilizando a escala analógica-visual (EAV para realizar a autoavaliação vocal e a análise perceptivo-auditiva pelo fonoaudiólogo. A paciente considerou a emissão habitual do dia a dia na sua autoavaliação e para a análise fonoaudiológica da voz foram gravadas amostras da contagem de 1 a 20. A análise considerou o tamanho total da amostra e também sua categorização grupos de acordo com a presença ou não de queixa e por faixa etária. A análise descritiva das variáveis considerou média, mediana e desvio-padrão. Foram aplicados os testes de Wilcoxon e Mann-Whitney para comparação de médias e o teste de Spearman para testar correlação entre as duas avaliações.O nível de significância foi de 5%. Resultados 19 (47,5% pacientes relataram queixa de disfonia. A média e desvio-padrão da EAV das pacientes e da EAV do fonoaudiólogo foram 32,58±27,99 e 37,23±15,92, respectivamente, sem diferença estatisticamente significante. Pacientes com queixa vocal apresentaram pior média na autoavaliação quando comparadas às que não tiveram queixa. Não houve diferença estatisticamente significante entre esses grupos em relação à avaliação perceptivo-auditiva. Não foi encontrada correlação estatisticamente significante entre a percepção que a paciente tem sobre sua voz e a avaliação do fonoaudiólogo. Conclusão não houve diferença entre as médias da autoavaliação vocal e da avaliação perceptivo-auditiva; a autoavaliação da voz foi pior em pacientes com queixa vocal; não houve correlação entre as duas avaliações estudadas.

  8. INDICADORES DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER PROVENIENTES DAS NOTIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS DE SAÚDE DE MINAS GERAIS-BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia de Oliveira Andrade

    2016-01-01

    Full Text Available Se analizaron los casos notificados de violencia contra la mujer adulta en Minas Gerais a través del Sistema de Información de Agravios de Notificación, con el fin de caracterizar las víctimas y las situaciones abusivas, calcular indicadores de morbilidad y mortalidad y evaluar la calidad de la información. El estudio es descriptivo, retrospectivo y periodo 2011-2012. La mayoría de las mujeres era blanca, 20-29 años, casadas, agredidas físicamente en su residencia, por medio de fuerza corporal en la cabeza. Hubo un aumento del 41% en las notificaciones entre los años analizados. La mortalidad se destacó en las víctimas con 30-39 años, la letalidad arriba de 80 años, y la mayor incidencia en la violencia física, entre 20-29 años. Muchas fichas de investigación quedaron incompletas. Es necesario optimizar y concientizar sobre completar la ficha de investigación, debido a la importancia de esa notific ación en el contexto de atención integral a las mujeres víctima s de violencia.

  9. Mulheres que fazem sexo com mulheres: algumas estimativas para o Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbosa Regina Maria

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é descrever a proporção de mulheres que fazem sexo com mulheres, com base em três recortes temporais a partir de dados produzidos por um inquérito populacional de abrangência nacional realizado em 1998. A proporção de mulheres que relatam relações sexuais com mulheres na vida diminui de 3% para 1,7% nos cinco anos anteriores à pesquisa, mantendo-se praticamente no mesmo patamar, 1,7%, no último ano. Ao comparar esses dados com os disponíveis para os homens, os resultados sugerem que homens e mulheres transitam entre experiências homo e heterossexuais de maneiras distintas ao longo da vida.

  10. Mulheres que fazem sexo com mulheres: algumas estimativas para o Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Barbosa

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é descrever a proporção de mulheres que fazem sexo com mulheres, com base em três recortes temporais a partir de dados produzidos por um inquérito populacional de abrangência nacional realizado em 1998. A proporção de mulheres que relatam relações sexuais com mulheres na vida diminui de 3% para 1,7% nos cinco anos anteriores à pesquisa, mantendo-se praticamente no mesmo patamar, 1,7%, no último ano. Ao comparar esses dados com os disponíveis para os homens, os resultados sugerem que homens e mulheres transitam entre experiências homo e heterossexuais de maneiras distintas ao longo da vida.

  11. Ações para o enfrentamento da violência contra a mulher em duas unidades de atenção primária à saúde no município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana dos Santos Borsoi

    2009-03-01

    Full Text Available Propôs-se conhecer e discutir ações voltadas para o enfrentamento da violência doméstica no âmbito do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. Para tanto, buscou-se levantar e comparar as práticas profissionais em duas unidades de saúde do município do Rio de Janeiro, sendo uma delas referência para o atendimento às vítimas de violência. Foram realizadas oito entrevistas em profundidade, semiestruturadas, com profissionais das equipes do Programa de Saúde da Mulher. Embora ambas as unidades identifiquem frequentemente usuárias vítimas de violência doméstica, na unidade de referência os profissionais se mostraram mais preparados para identificar o problema quando este não se apresenta de forma explícita e para desenvolver ações de acolhimento dentro da própria unidade de saúde. O que diferencia as duas unidades é o encaminhamento dado ao problema, relacionado com a forma como cada serviço entende a violência como demanda inerente também à esfera da saúde.

  12. A prática da atividade física em mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama: percepção de barreiras e benefícios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Antonieta Spinoso Prado

    2004-06-01

    Full Text Available O exercício físico pós-mastectomia é importante para prevenção da limitação articular, linfedema, alterações posturais, fibrose muscular ou aderência tecidual da área cirúrgica. Objetivo: identificar as crenças a respeito da prática da atividade física, a percepção sobre os benefícios e barreiras à sua realização por um grupo de mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama, segundo o Modelo de Crenças em Saúde. Amostra: 30 mulheres atendidas num serviço especializado em reabilitação de mastectomizadas. Procedimento: aplicou-se um questionário contendo questões relacionadas ao conhecimento e percepções sobre a prática da atividade física, bem como aos benefícios e barreiras à sua realização. Conclusões: o grupo estudado percebeu um conjunto de benefícios sendo a falta de força de vontade a barreira mais mencionada, o conhecimento sobre a importância e a necessidade dos exercícios físicos com a presença de um profissional e o suporte dos familiares foram os incentivos mais referidos pelas mulheres estudadas.

  13. Concepções de gênero entre homens e mulheres de baixa renda e escolaridade acerca da violência contra a mulher, São Paulo, Brasil Gender conceptions related to violence against women among men and women of low income and low educational level, Sao Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Thereza Couto

    2006-01-01

    Full Text Available O trabalho aborda como homens e mulheres de baixa renda e escolaridade, da cidade de São Paulo, Brasil, pensam suas relações afetivo-familiares e os diferentes contextos de violência que vivenciam. Trata-se de estudo qualitativo, utilizando grupos focais, com vistas a subsidiar estudo mais global acerca de violência contra a mulher e saúde. Foram realizados quatro grupos focais (dois com mulheres e dois com homens, na faixa etária de 25 a 35 anos, abordando as representações, livres e instigadas por ditos populares, de: homem e mulher ideais; as relações afetivo- sexuais e familiares; os concretamente vividos; e a violência doméstica. Usa-se a análise temática. Os resultados apontam para cisões entre atributos físicos e condutas morais na mulher ideal referida pelos homens, já aquela referida pelas mulheres define uma autonomia controlada. Os homens tiveram dificuldades em definir o homem ideal, já para as mulheres o ideal é o homem-família. Quanto à violência, é em princípio sempre condenável. É tolerável e instintiva para homens; e fatalidade ou destino, pela natureza masculina, para mulheres, tornando-se evento natural e trivial dos cotidianos de ambos. O referencial de gênero permite compreensão da violência como ocorrência comum, mas de sentidos diferentes entre gêneros.This article discusses how men and women of low income and educational level, living in São Paulo City, think their affective and familiar relationships and the different violent contexts they live in. It consists of a qualitative study, based on focus groups and subsiding a more global study on violence against women and health. It has been conducted four groups (two with men and two with women, aging 25 to 35 years broaching, free and instigated by popular sayings, conceptions on: the ideal man and woman, concretely experienced sexual affective and familiar relationships and on domestic violence. Thematic analysis was used. The results

  14. Aspectos positivos e negativos da esterilização tubária do ponto de vista de mulheres esterilizadas Positive and negative aspects of Fallopian tube sterilization as viewed by sterilized women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luzinete Simões Minella

    1998-01-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo consiste em tratar os aspectos positivos e negativos da esterilização feminina, de acordo com o ponto de vista de dois grupos de mulheres esterilizadas em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, a partir de uma discussão sociológica sobre o seu estado de saúde atual, avaliando-se as relações que costumam fazer entre este estado e a condição de esterilizada. O primeiro grupo está constituído por mulheres provenientes de um bairro de baixa renda, predominantemente donas de casa, e o segundo grupo inclui funcionárias públicas, estudantes e professoras universitárias, provenientes dos setores médios da sociedade, totalizando quarenta mulheres. A metodologia da pesquisa baseou-se em um questionário estruturado com perguntas abertas de modo a registrar tanto aspectos ligados a variáveis sócio-econômicas e demográficas, quanto dados subjetivos ligados às representações das mulheres sobre o período pós-esterilização. Além de uma série de outros aspectos, tornou-se possível concluir que não existe consenso sobre as conseqüências da esterilização, tendo-se constatado a existência de uma proporção significativa de mulheres esterilizadas (11 principalmente antes dos 30 anos que percebem alterações de saúde após a laqueadura.The objective of this paper is to point out the positive and negative aspects of female sterilization as seen by two groups of sterilized women in Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, based on a sociological discussion of their present health status, evaluating the associations that they generally make with the fact that they have been sterilized. The first group included mostly housewives from a low-income neighborhood, while the second involved upper-middle-class female public employees, students, and university professors, totaling 40 women. Data were obtained through a structured questionnaire with open-ended questions. Information on social, economic, and

  15. Inversão dos papéis? a encenação de identidades e gêneros na campanha “Mulheres Evoluídas” da Bombril

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Barcelos Pereira Salgado

    2014-07-01

    Full Text Available O artigo busca compreender como se dá a encenação midiática de identidades  e gêneros na campanha publicitária impressa “Mulheres Evoluídas” para a marca Bombril e em que medida essa encenação se diferencia das campanhas impressas anteriores. Recorremos às formulações teóricas e metodológicas de Jean-Claude Soulages (1996, 2004, 2009 para problematizarmos e analisarmos as peças publicitárias da campanha, procurando perceber os papeís atribuídos às mulheres e aos homens.

  16. Efeitos do exercício físico aeróbio na modulação autonomica da frequência cardíaca de mulheres com sindrome dos ovários policisticos

    OpenAIRE

    Sá, Joceline Cássia Ferezini de

    2013-01-01

    O objetivo deste estudo foi analisar o efeito do treinamento físico aeróbico (TFA) na modulação autonômica cardíaca, avaliado pela variabilidade da frequência cardíaca (VFC), em mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP). Participaram do estudo 30 mulheres na faixa etária entre 18 e 34 anos, com diagnóstico de SOP de acordo com o Consenso de Rotterdam, e foram divididas em dois grupos: 1) grupo treinamento (GT; n=15) que concluíram programa de treinamento aeróbico durante 16 semanas...

  17. Representações acerca da mulher-professora: entre relatos históricos e discursos atuais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milena Cristina Aragão

    2011-07-01

    Full Text Available O presente estudo investigou a relação entre as representações construídas historicamente acerca do papel docente feminino, com discursos de professoras na atualidade, a fim de examinar suas decorrências na construção da identidade docente. Para tanto, foi realizado um garimpo nas representações presentes em atas e periódicos da primeira escola Normal de Caxias do Sul/RS, inaugurada em 1930. Em seguida, tais discursos foram relacionados às narrativas de docentes na atualidade, problematizando permanências e mudanças. Os resultados evidenciaram forte vínculo entre os discursos históricos e contemporâneos, fazendo menção à educação como vocação associada à maternidade. A comunicação foi concluída com uma reflexão acerca das possíveis repercussões destas representações no ser e agir docente.

  18. Efeitos da condição sorológica sobre as escolhas reprodutivas de mulheres HIV positivas Effects of seropositivity in reproductive choices of women living with HIV/Aids

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Cunha Sant'Anna

    2009-01-01

    Full Text Available O estudo investigou a percepção de mulheres vivendo com HIV/Aids quanto aos efeitos da soropositividade sobre suas escolhas reprodutivas. Optou-se pelo delineamento qualitativo com uso de entrevista individual semi-estruturada com trinta mulheres HIV positivas em idade reprodutiva. A maior parte delas (n=18 afirmou que a soropositividade modificou o desejo de ter filhos. As categorias de motivos mais freqüentes foram o receio do risco de transmissão do HIV para o bebê e soropositividade como sinônimo de morte. Os resultados sinalizam a necessidade de que os serviços atuem em consonância com os programas de atenção integral à saúde da mulher e os princípios do Sistema Único de Saúde, acolhendo e respeitando as decisões reprodutivas de mulheres soropositivas.AIDS epidemiological profile indicates a feminine trend particularly among those in the reproductive age. The study investigated the HIV positive women perception of the seropositivity effects on their reproductive choices. It was chosen a qualitative research design with the use of semi-structured individual interviews with thirty HIV positive women in their reproductive age. As the most frequent categories of reasons, most women reported they did not wish to have children, showing the fear of HIV transmission to the baby and seropositivity as a synonym of death. The findings indicate the need for the services in HIV/AIDS to act in line with the programs of comprehensive health care of women and the principles of Brazilian Health System, respecting the reproductive decisions of seropositive women.

  19. OS CAMINHOS DA PENHA: REDES DE PROTEÇÃO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

    OpenAIRE

    KUNZLER, GABRIELA; Detoni, Priscila Pavan

    2016-01-01

    O presente trabalho traça os caminhos feitos pelas mulheres em situação de violência doméstica e familiar para buscar formas de proteção. Realizou-se entrevistas com essas mulheres, em cinco serviços especializados que atuam junto a políticas públicas de atenção e garantia de direitos das mulheres vítimas de violência doméstica no município de Lajeado-RS. Objetivou-se dar visibilidade aos locais onde essas mulheres em situação de violência buscam auxílio, informações e garantias de direitos, ...

  20. A violência conjugal contra a mulher a partir da ótica do homem autor da violência Marital violence against women from the point of view of the men who were the aggressors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Gomes da Rosa

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo objetiva investigar as causas da agressão conjugal contra a mulher a partir da ótica do homem autor de violência. Para tanto, foi desenvolvida uma pesquisa descritiva exploratória com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados por meio da técnica de grupos focais com homens que se envolveram em violência conjugal e participavam voluntariamente do Programa de Atenção à Violência Doméstica e Intrafamiliar de um município de médio porte de Santa Catarina. Na análise das informações, evidenciaram-se três categorias: "Ela", "Eu" e "Outros". Nossos resultados apontam comportamentos e atitudes que permitem identificar as causas da agressão contra a companheira evidenciada a partir da interferência de pessoas estranhas à relação conjugal; presença de ações inadequadas da companheira; domínio da mulher sobre o companheiro; resposta à agressão física, verbal ou psicológica da companheira; dependência química e situação financeira. Os resultados mostram também que essas causas se mesclam no dia-a-dia, acumulam-se sob a forma de conflitos e eclodem em atos que configuram a violência conjugal do homem contra a companheira. Os sujeitos da pesquisa não demonstram compreensão ativa de que são agressores, ou seja, reconhecem os atos de violência que relatam, no entanto, não identificam que essas ações os caracterizam como autores de violência.This article aims to analyze causes of marital aggression against women from the aggressors' (men perspective. It is based on an exploratory descriptive study using Focal Groups as a means of collecting information. Research subjects were 11 (eleven men who had been involved in domestic violence episodes and who voluntarily participated in the Domestic and Intrafamily Violence Assistance Program of a city in Santa Catarina. The analysis of the information yielded three categories: "She", "I" and "Others". The results revealed behaviors and attitudes that allowed

  1. Estilo de vida e fatores de risco associados ao aumento da gordura corporal de mulheres Lifestyle and risk factors associated to body fat increase in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alexandre Fett

    2010-01-01

    Full Text Available Os objetivos eram descrever a associação entre índice de massa corporal (IMC, kg/m², porcentagem de gordura e fatores de risco para doenças metabólicas; observar a prevalência da síndrome metabólica e relacionar às características de mulheres com sobrepeso e obesas. As voluntárias (n=50; IMC=31±6; idade=36±11 anos eram avaliadas quanto ao exame clínico, medidas antropométricas, coletas de sangue e urina, gasto energético de repouso e registro alimentar. Fases em que se tornaram obesas em ordem decrescente: idade adulta, gravidez, adolescência, depois dos 40 anos e depois do casamento. O odds de ter um ou mais familiares obesos era de 316%. Eram ansiosas (60%, depressivas (12%, compulsivas (34% e com distúrbios do sono (32%. O odds para dislipidemia era 28%, hipertensão, 25% e para glicemia acima de 100 mg/dL era de 35%. Elas estavam em déficit calórico, mas o balanço nitrogenado era positivo. A síndrome metabólica era presente em 25% delas e estava positivamente correlacionada a indicadores da gordura corporal e idade. A obesidade destas mulheres era multifatorial com influência familiar, podendo ter contribuições genéticas e ambientais. O equilíbrio físico/emocional parece ter influenciado neste processo.The objectives were to describe the association between body mass index (BMI, kg/m², body composition and risk factors to metabolic diseases; observe the prevalence of metabolic syndrome and list the characteristics of overweight and obese women. Voluntaries (n=50; BMI=31±6; age=36±11 years old, were evaluated regarding clinical examination, anthropometrics measurements, samples of blood and urine, resting energy expenditure and food register. Phases in which they become obese in descending order: adulthood, pregnancy, adolescence, over 40 years old and after marriage. The odds to have one or more obese family members were 316%. They were anxious (60%, depressives (12%, compulsives (34% and had sleep

  2. Da seriedade masculina e da mulher como bagatela: considerações sobre a sociedade patriarcal oitocentista a partir de Delacroix

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique Marques Samyn

    2013-11-01

    Full Text Available O artigo visa tratar das estruturas patriarcais oitocentistas por intermédio de uma análise de pinturas do artista romântico francês Eugène Delacroix (1798-1863, enfocando concepções de masculinidade e feminilidade que delas emergem quando analisadas a partir de uma perspectiva feminista. Propõe-se uma interpretação das pinturas de Delacroix em relação com os valores sexistas subjacentes à sociedade europeia do século XIX, de modo que a representação de homens e mulheres possa fornecer subsídios para a compreensão de como a ordem social era percebida do ponto de vista privilegiado de um homem branco. O argumento é endossado por excertos de escritos de Delacroix e passagens do seu diário. A análise aqui apresentada aborda três pinturas: O massacre de Quios [Scène des massacres de Scio], de 1824; A morte de Sardanápalo [La Mort de Sardanapale], de 1827; e a Odalisca [Odalisque] de 1857

  3. Vivência da gravidez de mulheres em situação de prisão

    OpenAIRE

    Maria do Carmo Silva Fochi

    2014-01-01

    Resumo: Objetivou-se, neste estudo, descrever a assistência pré-natal ofertada à população carcerária feminina, realizada em uma unidade básica de saúde, e e conhecer a vivência destas gestantes em situação prisional, numa das maiores cidades do interior do estado de São Paulo. Primeiramente, foi elaborado o relato de experiência sobre a assistência pré-natal a gestantes em situação prisional em uma unidade básica de saúde, no qual se descreve o modelo assistencial da unidade, os recursos hum...

  4. A Ligadura Tubária é Fator de Risco para a Redução da Densidade Mineral Óssea em Mulheres na Pós-menopausa?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zabaglia Silval Fernando Cardoso

    2001-01-01

    Full Text Available Objetivo: comparar a densidade mineral óssea de mulheres menopausadas com e sem o antecedente de laqueadura tubária e avaliar quais fatores nos dois grupos poderiam estar associados à densidade mineral óssea no fêmur e coluna lombar. Métodos: foram incluídas 70 pacientes em cada grupo, no ano de 1998, do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas. As mulheres responderam um questionário sobre características clínicas e reprodutivas e foram submetidas à densitometria óssea (Lunar DPX no fêmur e coluna lombar. Os dados foram analisados por meio dos testes t de Student, exato de Fisher, c² de Pearson, t com correção de Bonferroni e regressão múltipla. Resultados: a média etária das laqueadas foi de 53,2 anos e das não-laqueadas de 52,6 anos, com média da idade à menopausa de 48 anos, semelhante nos dois grupos. As médias de idade à cirurgia foi 33,7 anos, com tempo decorrido da cirurgia de 18 anos. A média da densidade mineral óssea para o fêmur e coluna lombar não apresentaram diferenças significativas entre os dois grupos. A distribuição percentual em categorias de T-score do fêmur e coluna lombar não mostrou diferenças significativas nos dois grupos. Na regressão múltipla, observou-se que a idade mostrou uma associação inversa e o índice de massa corporal uma associação direta com a densidade mineral óssea no fêmur. Para a coluna lombar, cor não-branca, paridade, idade à menopausa, escolaridade e índice de massa corporal mostraram uma associação direta e a idade à menarca uma associação inversa com a densidade mineral óssea. Conclusão: a laqueadura tubária não ocasionou redução na massa óssea em mulheres na pós-menopausa.

  5. Avaliação da variabilidade da freqüência cardíaca em mulheres climatéricas treinadas e sedentárias Evaluation of heart rate variability in trained and sedentary climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Augusto Paschoal

    2008-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Alterações da função autonômica cardíaca são freqüentes no climatério e diferentes métodos têm sido empregados para conhecê-las e minimizá-las. OBJETIVO: Estudar a interferência da atividade física dinâmica aeróbica de baixa intensidade sobre a variabilidade da freqüência cardíaca (VFC de mulheres climatéricas. MÉTODOS: Estudo transversal que analisou a VFC de 15 mulheres climatéricas com média de idade de 56,8 ± 4,9 anos, que já se encontravam em treinamento físico (caminhada de uma hora diária, três vezes por semana há pelo menos dois anos (grupo ativo, e de 15 mulheres climatéricas (56,5 ± 3,7 anos sedentárias (grupo sedentário. Todas as voluntárias não faziam uso de reposição hormonal. Os dados da VFC foram comparados entre os grupos por meio do teste U de Mann-Whitney. RESULTADOS: Houve diferenças significativas tanto no domínio da freqüência como no domínio do tempo das seguintes variáveis da VFC, em medianas, para os grupos ativo e sedentário, respectivamente: potência total (22.626,50 ms² e 4.432,10 ms², componente baixa freqüência (741,20 ms² e 131,70 ms², componente alta freqüência (668,90 ms² e 131,70 ms², desvios padrão dos intervalos RR (51,60 ms e 22,50 ms, raiz quadrada da soma dos quadrados das diferenças entre os intervalos RR (35,30 ms e 15,90 ms e porcentagem de intervalos RR adjacentes maiores que 50 ms (6,6% e 0,2%. CONCLUSÃO: O estudo sugere que o treinamento aeróbio pode ter propiciado significativa melhoria da função autonômica cardíaca das mulheres climatéricas do grupo ativo, podendo ser uma opção útil para preservar essa condição funcional sem necessidade de terapias de reposição hormonal.BACKGROUND: Changes in autonomic cardiac function are frequent during menopause, and various methods have been used to understand and minimize them. OBJECTIVE: To study the interference of dynamic aerobic physical activity on heart rate variability

  6. Validação de equações de predição da taxa metabólica basal em mulheres residentes em Porto Alegre, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wahrlich Vivian

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a taxa metabólica basal em mulheres de 20 a 40 anos, não-gestantes ou lactantes, e comparar o valor medido com os valores de taxa metabólica basal estimados por equações de predição. MÉTODOS: A taxa metabólica basal foi medida por calorimetria indireta, pela manhã, durante a fase folicular do ciclo menstrual, em 60 voluntárias residentes no município de Porto Alegre, RS, sob condições padronizadas de jejum, repouso e ambiente. RESULTADOS: A média (± desvio-padrão da taxa metabólica basal medida foi 1.185,3±148,6 kcal em 24 horas. A taxa metabólica basal, estimada por equações, foi significativamente maior (7% a 17% do que a taxa metabólica basal medida. CONCLUSÕES: Os dados evidenciaram que as equações de predição não são adequadas para estimar a taxa metabólica basal nas mulheres avaliadas. O emprego dessas equações podem superestimar os requerimentos energéticos para mulheres com características semelhantes.

  7. Validação de equações de predição da taxa metabólica basal em mulheres residentes em Porto Alegre, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Wahrlich

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a taxa metabólica basal em mulheres de 20 a 40 anos, não-gestantes ou lactantes, e comparar o valor medido com os valores de taxa metabólica basal estimados por equações de predição. MÉTODOS: A taxa metabólica basal foi medida por calorimetria indireta, pela manhã, durante a fase folicular do ciclo menstrual, em 60 voluntárias residentes no município de Porto Alegre, RS, sob condições padronizadas de jejum, repouso e ambiente. RESULTADOS: A média (± desvio-padrão da taxa metabólica basal medida foi 1.185,3±148,6 kcal em 24 horas. A taxa metabólica basal, estimada por equações, foi significativamente maior (7% a 17% do que a taxa metabólica basal medida. CONCLUSÕES: Os dados evidenciaram que as equações de predição não são adequadas para estimar a taxa metabólica basal nas mulheres avaliadas. O emprego dessas equações podem superestimar os requerimentos energéticos para mulheres com características semelhantes.

  8. Reflexos da dor: contextualizando a situação das mulheres em situação de violência doméstica = Pain reflections: contextualizing the situation of women in domestic violence situation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tavares, Fabricio André

    2007-01-01

    Full Text Available No Brasil, a violência nas relações conjugais tem sido objeto de crescentes denúncias junto às delegacias, ao judiciário e aos órgãos públicos de Assistência Social, educação e saúde. A casa, espaço da família, antes considerada lugar de proteção e próprio do mundo feminino, passa a ser um local de grande desproteção, desamor e risco para as mulheres. Considera-se que as relações entre homens e mulheres, ao longo dos séculos, mantêm um caráter excludente, assim como discriminador. São assimiladas de forma bipolarizada, sendo designada à mulher a condição de inferior. O presente ensaio visa dissertar acerca desta situação, contextualizando os números alarmantes que proliferam em pesquisas, noticiários, ao longo das ultimas décadas, visando, ao final, contribuir, com propostas eficazes, no combate desta demanda

  9. Abordagem da dor pélvica crônica em mulheres Management of chronic pelvic pain in women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Alberto Nogueira

    2006-12-01

    Full Text Available Dor pélvica crônica é uma doença debilitante e de alta prevalência, com grande impacto na qualidade de vida e produtividade, além de custos significantes para os serviços de saúde. O dilema no manejo da dor pélvica crônica continua a frustrar médicos confrontados com o problema, em parte porque sua fisiopatologia é pobremente compreendida. Conseqüentemente, seu tratamento é muitas vezes insatisfatório e limitado ao alívio temporário dos sintomas. Nesta revisão, nós discutimos uma abordagem ampliada da dor pélvica crônica. Salientamos que uma história clínica e exame físico adequados deveriam incluir atenção especial aos sistemas gastrintestinal, urinário, ginecológico, músculo-esquelético, neurológico, psicológico e endócrino. Dessa forma, uma abordagem multidisciplinar é recomendada. Adicionalmente, enfatizamos que, embora úteis, procedimentos cirúrgicos específicos, tais como a laparoscopia, deveriam ser indicados somente para pacientes selecionadas, após excluir principalmente síndrome do intestino irritável e dor de origem miofascial.Chronic pelvic pain is a debilitating and highly prevalent disease with a major impact on quality of life and work productivity, beyond significant costs to health services. The dilemma of managing patients with chronic pelvic pain continues to frustrate physicians confronted with these complaints, in part because its pathophysiology is poorly understood. Consequently, its treatment is often unsatisfactory and limited to temporary symptom relief. In the present revision, we discuss the adequate management of chronic pelvic pain. We point out that a comprehensive medical history and physical examination should include special attention to gastrointestinal, urological, gynecological, muscle-skeletal, neurological, psychiatric, and endocrine systems. Thus, a multidisciplinary approach is recommended. Additionally, we emphasize that, although useful, specific surgical

  10. Variabilidade da frequência cardíaca em mulheres com hipermobilidade articular Heart rate variability in women with joint hipermobility

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariane de Oliveira Nunes

    2011-09-01

    Full Text Available A hipermobilidade é a capacidade de desempenhar movimentos articulares com amplitude maior que o normal. A prevalência possui variações determinadas pela etnia, sexo, idade, atividade física e variações nos critérios de caracterização. Aproximadamente 30% dos adultos são portadores e apresentam feedback proprioceptivo, sensorial diminuído e espacial alterado da articulação levando a maior frequência de ativação e deformação dos mecanorreceptores nos músculos esqueléticos e na pele. O aumento dos impulsos aferentes dos mecanorreceptores sobre a área cardiovascular no bulbo altera o controle autonômico sobre o coração. O objetivo do estudo foi avaliar o balanço simpatovagal durante manobra de ortostatismo em mulheres com hipermobilidade. Participaram do estudo 27 voluntárias, com 19,97±1,79 anos, índice de massa corpórea abaixo de 25 kg/m², sedentárias e sem uso de medicação. Após diagnóstico da hipermobilidade articular, segundo o escore de Beighton, foram divididas em 2 grupos: 12 hipermóveis (GH e 15 não hipermóveis (GC. O eletrocardiograma foi realizado durante 10 minutos em supino e em pé para análise da variabilidade da frequência cardíaca. A banda de alta frequência (un apresentou diminuição da atividade vagal no GH, pJoint hypermobility is the ability to make joint movements greater than normal. The prevalence has large variations determined by race, sex, age, physical activity and variations in characterization criteria. Approximately 30% of adults are considered carriers and present proprioceptive feedback and sensory decreased and joint space positioning altered leading to greater frequency of activation and deformation on the mechanoreceptors in the skeletal muscles and skin. The increase of afferent impulses of the receptors on the bulb cardiovascular area alters the autonomic control on the heart. The objective of the study was to evaluate sympathovagal balance during orthosthatic

  11. Controle social e mediação de conflitos: as delegacias da mulher e a violência doméstica Social control and conflict mediation: women's police stations and domestic violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Nobre

    2008-12-01

    Full Text Available O artigo discute modos de funcionamento institucional das Delegacias da Mulher e dos Juizados Especiais Criminais no atendimento aos casos de violência doméstica, antes da Lei Maria da Penha, tomando como contraponto a apresentação de uma experiência desenvolvida em uma DEAM do Estado de Sergipe, na qual se implantou, por dois anos, em caráter experimental, um Núcleo de Mediação de Conflitos. O trabalho discute a função social da Polícia e da Justiça, para além da repressão à criminalidade, problematizando, por um lado, os limites das ações penais e, por outro, a aplicação do instrumento jurídico de mediação de conflitos em espaços policiais, voltada ao enfrentamento da violência contra a mulher. Por fim, faz algumas considerações sobre a nova legislação brasileira para o atendimento a mulheres em situação de violência doméstica.The article argues ways of institutional functioning of the Women's Police Stations and the Criminal Special Courts in the attendance to the cases of domestic violence, before the Maria da Penha Law, taking as counterpoint the presentation of an experience developed in one Women's Police Station of Sergipe State, in which was implanted, during two years, in experimental character, a Nucleus of Mediation of Conflicts. The work argues the social function of the Police and of Justice, for beyond the repression to crime, debating, on a hand, the limits of the penal actions, and on the other hand, the application of the legal instrument of mediation of conflicts in police spaces, faced to the confrontation of the violence against the woman. Finally, it makes some appreciations on the new Brazilian legislation for the attendance to the women in situation of domestic violence.

  12. Avaliação da eficácia relativa de duas intervenções psicoeducativas dirigidas à prevenção da SIDA e promoção da saúde em mulheres com risco para o VIH

    OpenAIRE

    Costa, Eleonora Cunha Veiga

    2007-01-01

    Tese de Doutoramento em Psicologia da Saúde. Este estudo teve como objectivo testar a eficácia relativa de duas intervenções psicoeducativas dirigidas à prevenção da SIDA e promoção da saúde em mulheres com risco para o VIH: uma de carácter informativo (Intervenção Didáctica) e outra que engloba, além da informação, o treino de um conjunto de competências sociais, cognitivas e comportamentais, consideradas importantes para a prevenção do VIH (Intervenção ACCENT, isto é, c...

  13. Estudo da eficácia da drenagem linfática manual na mobilização hidroeletrolítica, na taxa lipolítica e na variabilidade da frequência cardíaca em homens e mulheres

    OpenAIRE

    Érica Aparecida Mariano Camargo

    2015-01-01

    Resumo: A importância da validação científica de técnicas coadjuvantes a diversos tratamentos de saúde é inquestionável. Assim a influência da drenagem linfática manual na mobilização hidroeletrolítica, na taxa lipolítica, bem como, no sistema nervoso autonômico ainda precisa ser investigada. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da drenagem linfática manual na mobilização hidroeletrolítica, na taxa lipolítica e na modulação autonômica da frequência cardíaca em homens e mulheres. For...

  14. Multiplicidade de papéis da mulher e seus efeitos para o bem-estar psicológico Women's multiple roles and the effects on psychological well-being

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabel Cristina Possatti

    2002-01-01

    Full Text Available Este estudo examina o envolvimento da mulher em uma multiplicidade de papéis e os conseqüentes efeitos para o bem-estar psicológico. Fizeram parte da amostra 132 mulheres que desempenhavam um trabalho pago e o papel de mãe, as quais responderam a um questionário composto por escalas que mensuram a qualidade do papel de mãe e trabalho pago, uma escala que avalia bem-estar psicológico (QSG-12 e uma escala de satisfação com o casamento. Regressões múltiplas foram feitas entre todas as variáveis e a variável critério, o bem-estar psicológico. Nossos resultados estão de acordo com pesquisas anteriores, mostrando que as recompensas a partir de autonomia no trabalho e autoridade de decisão predizem as medidas de bem-estar psicológico para todas as mulheres e a satisfação com o casamento predizem para todas, exceto para mulheres com elevado status sócio-econômico e mulheres com mais de 39 anos.This study examines the effects of women's multiple roles on psychological well-being. The data were taken from a sample of 132 employed mothers who answered a questionnaire composed of three parts: a roles scale, that measures the quality of the two particular roles (paid worker, mother; a General Health Questionnaire (GHQ-12, that measures psychological well-being; and a marital satisfaction scale. Multiple regressions were carried out between all the variables and the criterion variable, the psychological well-being. Our results are in agreement with previous reports, showing that rewards from job autonomy and decision-making authority predicted measures of psychological well-being for all women, while marital satisfaction predicted for all women, except for those with high socio-economic status and those older than 39 years.

  15. A configuração da rede social de mulheres em situação de violência doméstica The configuration of the social network of women living in domestic violence situations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eunice Nakamura

    2013-05-01

    Full Text Available Este artigo apresenta a configuração da rede social das mulheres que vivem em situação de violência doméstica num município da região metropolitana de São Paulo. Foram realizadas entrevistas com nove mulheres e oito profissionais e observação em três serviços que compõem a rede de proteção à mulher. Para a análise utilizou-se os pressupostos teóricos de redes sociais. Verificou-se que a violência impingida às mulheres pelos seus parceiros impossibilita a manutenção dos vínculos sociais, colocando-as em situação de isolamento e fragilidade. As instituições e os profissionais podem exercer um papel fundamental para que as mulheres saiam do ciclo de violência, desde que a rede de atenção e os fluxos entre os serviços sejam organizados. O estudo das redes sociais com o enfoque nos vínculos e trocas entre os atores pode contribuir para ampliar o conhecimento sobre a dinâmica relacional na situação de violência.This article presents the configuration of the social network of women living in domestic violence situations in a city in the metropolitan region of São Paulo, Brazil. Interviews were conducted with 9 women and 8 professionals, in addition to observation in three institutions which constitute the network for protection of women. The analysis was underpinned by the theoretical assumptions of social networks. Results show that violence inflicted upon women by their partners make them unable to establish and maintain social bonds, and thus face isolation and ostracism. Professionals and institutions can play a vital role for getting women out of the cycle of violence provided that care networks and services are well organized. Further studies of social networks, focusing on the nature of the links and exchanges among actors may contribute to acquiring knowledge about the relationship dynamics in situation of violence.

  16. Prevalência e fatores associados à anemia em crianças e mulheres atendidas pela estratégia de Saúde da Família no Maranhão

    OpenAIRE

    Maria Tereza Borges Araujo Frota

    2013-01-01

    Introdução - A anemia é considerada um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade, afetando as populações de quase todos os países, sobretudo aqueles onde predominam padrões dietéticos deficientes e fatores ambientais adversos. Objetivo - Investigar a prevalência e os fatores associados à anemia em crianças menores de cinco anos e mulheres em idade reprodutiva entre a população atendida pela Estratégia da Saúde da Família (ESF), no estado do Maranhão. Métodos Foi realizado um estud...

  17. Efetividade da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) na terapia vocal de mulheres disfônicas: ensaio clínico, controlado, randomizado e cego

    OpenAIRE

    Larissa Thaís Donalonso Siqueira

    2016-01-01

    Introdução: Para o tratamento das disfonias comportamentais associadas à tensão muscular são recomendadas técnicas de relaxamento cervical e laríngeo, concomitantemente à estimulação da onda de mucosa das pregas vocais, bem como adequação do fechamento glótico e suavização da emissão. Nesse sentido, o recurso da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS), corrente elétrica aplicada por meio de eletrodos de superfície, tem sido utilizada no tratamento vocal de mulheres com nódulos vocais...

  18. Instrumentos para articulação da rede de atenção às mulheres em situação de violência: construção coletiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Ferreira Cortes

    2017-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Identificar as informações necessárias para a construção de instrumentos destinados a viabilizar a articulação de profissionais de serviços de atendimento com mulheres em situação de violência com vistas à constituição de uma rede de atenção. Método Estudo qualitativo, convergente assistencial, cujas informações foram produzidas de fevereiro a agosto de 2015 por meio de 10 encontros grupais, com 32 participantes do Grupo de Trabalho Integrado de Enfrentamento às Violências de Santa Maria-RS, situado na Universidade Federal de Santa Maria. Utilizou-se a análise de conteúdo temática. Resultados Definiu-se o direcionamento do fluxo; os pontos para compor a rede; o que seria preciso comunicar entre os serviços: dados de identificação da mulher e da família, relato acerca da situação e a continuidade do cuidado. Conclusões Há necessidade de formalização institucional dos dispositivos construídos. A articulação entre os serviços requer comunicação, envolvimento e compromisso dos profissionais para garantir a continuidade do cuidado.

  19. O MACHISMO NO BANCO DOS RÉUS – UMA ANÁLISE FEMINISTA CRÍTICA DA POLÍTICA CRIMINAL BRASILEIRA DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

    OpenAIRE

    Roman Borges, Clara Maria; Lucchesi, Guilherme Brenner

    2015-01-01

    O presente artigo tem por objetivo realizar uma análise crítica dos discursos feministas, que levaram recentemente à promulgação das leis brasileiras responsáveis por tornar mais severa a punição da violência contra a mulher, de modo a demonstrar como não conseguem escapar das armadilhas cognitivas estabelecidas pela dominação masculina naturalizada nas sociedades ocidentais e como têm servido ao desenvolvimento de uma biopolítica neoliberal. The aim of this article is to critically analyz...

  20. Depressão e gênero : análise da produção bibliográfica brasileira e das vivências de mulheres do distrito federal

    OpenAIRE

    Dantas, Gisele Cristine da Silva

    2017-01-01

    A depressão tem sido um dos modos de adoecimento mais frequentes, universais e ascendentes no mundo ocidental com estimativa atual de 350 milhões de pessoas e um dos principais ônus sociais (WHO, 2015). A OMS (2001) apontou para a complexa interação de fatores biológicos, psicossociais e socioculturais no seu desenvolvimento e o gênero como um fator determinante. Também tem apontado para prevalência da depressão, presente em mulheres e homens em todas as faixas etárias, classe social, locali...

  1. Responsividade das variáveis da composição corporal e metabólicas de mulheres pós-menopausa submetidas a 16 semanas de treinamento combinado

    OpenAIRE

    Diniz, Tiego Aparecido [UNESP

    2016-01-01

    Introdução: O período pós-menopausa é caracterizado por 12 meses ininterruptos de ausência de ciclo menstrual. Mulheres nesse período apresentam aumento da gordura corporal total, especialmente abdominal. Sabe que a gordura dessa região está relacionada com o desenvolvimento de diversas doenças, sendo assim, estratégias que visem tratar ou prevenir esse desfecho se fazem importante. Nesse contexto se destaca o treinamento combinado (associação de treinamento de força e aeróbio na mesma s...

  2. A intersetorialidade no enfrentamento a violência contra a mulher: uma análise da experiência do município de Santo André-SP

    OpenAIRE

    Denúbila, Laís Atanaka

    2015-01-01

    Nos últimos anos os estudos sobre intersetorialidade na área de administração pública vêm apresentando um significativo crescimento, no entanto ainda é escassa a literatura sobre essa temática no campo de políticas publicas em formatação, principalmente na área de enfrentamento a violência contra a mulher. Esse estudo tem como objetivo principal contribuir para a temática da intersetorialidade em campos de política pública em formatação e especificamente provocar reflexões e problematizações...

  3. Mulheres Latino-Americanas e a Luta por Direitos Reprodutivos: o panorama da conjuntura política e legal do aborto nos países da América Latina.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Gonzaga

    2015-12-01

    Full Text Available A partir da década de 1960 a Segunda Onda do feminismo destacou a questão dos direitos ao corpo e ao livre exercício da sexualidade para as mulheres. Entre os temas de destaque as feministas pautaram a defesa da interrupção voluntária da gravidez como um direito das mulheres que deve ser garantido pelo Estado. Apesar do êxito obtido em grande parte da Europa, o avanço dessa discussão foi contido nos países latino americanos devido a predominância dos governos ditatoriais que perseguiram a organização dos movimentos sociais. Com a redemocratização o movimento feminista colocou novamente a questão do aborto em pauta, no entanto, novos arranjos políticos e disputas de poder contribuíram para que o aborto continue sendo considerado crime na maior parte da América Latina. Diante desse panorama o artigo tem por objetivo analisar a conjuntura política da América Latina no que tange aos avanços e retrocessos no campo dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres, enfocando na temática da descriminalização do aborto. A partir de um levantamento do estado da arte sobre essa temática em que se destacou a atuação dos discursos que atuam para a manutenção da criminalização do aborto ou que defendem que ele seja descriminalizado e legalizado. Palavras Chave: América Latina, Descriminalização do Aborto, Direitos Reprodutivos, Feminismo *** Abstract Since 1960s the Second Wave of feminism emphasized issues regarding the rights over the women´s own body and the free exercise of their sexuality. Beyond the highlighted topics, feminists guided the defense of the volunteer interruption of pregnancy as a women’s right that must be ensured by the State. Despite the success of this proposal across Europe, the progress of this discussion was restrained in Latin America due to the predominance of dictatorial governments which pursued the organization of social movements. With the redemocratization, the feminist movement brought

  4. Efeitos da reconstrução mamária imediata sobre a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas Immediate breast reconstruction effects on quality of life of women with mastectomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Riza Rute de Oliveira

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar prospectivamente os efeitos da reconstrução mamária imediata sobre a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas. MÉTODOS: foram incluídas 76 mulheres submetidas à mastectomia no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, em Campinas, São Paulo, Brasil, entre Agosto de 2007 a Dezembro de 2008. Dois grupos foram formados, 41 mulheres no grupo de mulheres submetidas à mastectomia associada à reconstrução imediata da mama (M+RI e 35 no grupo de mulheres submetidas à mastectomia exclusiva (M. A avaliação da qualidade de vida foi feita com o uso do questionário World Health Organization - Quality of Life (WHOQOL-100. O questionário foi aplicado em três momentos: na data da internação, após um mês e novamente seis meses após a cirurgia. Os escores do WHOQOL-100 foram calculados conforme roteiro de análise fornecido pela Organização Mundial de Saúde. Para análise comparativa dos escores entre grupos, foram utilizados os testes t de Student, exato de Fisher, χ2 e Mann-Whitney, quando os dados eram paramétricos. Para análise das medidas repetidas, ao longo do tempo, foi utilizada a ANOVA e ANOVA para medidas repetidas. RESULTADOS: em todos os momentos, desde o pré-operatório, a pontuação média do Grupo M+RI foi maior que o Grupo M, principalmente nos domínios físico, psicológico, nível de independência e relações sociais. Dos seis domínios abrangidos no questionário, em três (físico, relações sociais, meio ambiente não foram encontradas diferenças significativas. Houve melhor pontuação para o Grupo M+RI (15,5 a 14,9 no M+RI e 14,3 a 14,2 no M; p=0,04 no domínio psicológico. Observou-se redução significativa do nível de independência no primeiro mês pós-operatório em ambos os grupos, com recuperação significativa após seis meses. CONCLUSÕES: os presentes resultados sugerem que a reconstrução mamária imediata é benéfica para

  5. Avaliação da Imunidade para Infecções de Transmissão Vertical na População de Mulheres da Maternidade

    OpenAIRE

    Neto, MT; Lito, D; Francisco, T; Tavares, MN

    2011-01-01

    Introdução: O rastreio sistemático para infecções de transmissão vertical durante a gravidez permite melhorar o prognóstico e o seguimento dos doentes eventualmente afectados e facilita o raciocínio do pediatra ou neonatologista. Objectivo: Avaliar a imunidade materna e a evolução nos últimos anos e a estudar a influência da idade e da nacionalidade no estado imunológico para estas doenças. Métodos e doentes: Estudo não probabilístico de prevalência de imunidade e infecção durante a gravid...

  6. Efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia: uma revisão de literatura = Effects of manual therapy on pain in women with fibromyalgia: a literature review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ziani, Marciele Monzon

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar, através de uma revisão de literatura, os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia (FM. Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, PEDro e Scielo, selecionando ensaios clínicos ou estudos quase experimental, nos idiomas português, inglês e espanhol, que objetivassem avaliar os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com FM. As palavras-chave e os operadores boleanos utilizados foram: “Musculoskeletal Manipulations OR manual therapy AND Fibromyalgia”. Resultados: De um total de 133 artigos encontrados, 9 deles foram selecionados para inclusão final no presente estudo. Desses, grande parte (55,5% dos estudos foram realizados no continente Europeu e apenas um foi conduzido na população brasileira. O tamanho amostral dos artigos variou de 12 a 86 indivíduos entre cada grupo estudado, sendo que 8 (88,8% deles utilizaram os critérios do Colégio Americano de Reumatologia para diagnóstico clínico da FM. As técnicas mais utilizadas foram à liberação miofascial (33,3%, a massagem de tecido conjuntivo (22,2% e a drenagem linfática manual (22,2%, sendo que a duração total do tratamento oscilou entre 3 e 20 semanas. Todos os estudos verificaram melhora da dor através das técnicas de terapia manual, com efeitos positivos também sobre os sintomas de ansiedade, sono, função física e qualidade de vida. Conclusão: Os achados da presente revisão demonstram que as técnicas de terapia manual parecem benéficas para o tratamento da dor em mulheres portadoras de FM

  7. Amina Bin Qarrish de Tetuan: registros da vida de uma mulher marroquina do século XIX Amina Bin Qarrish of Tetuan: records of the life of a Moroccan woman of the 19th century

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadia Erzijni

    2008-06-01

    Full Text Available Este artigo registra a tentativa de escrever a biografia de uma mulher de Tetuan do século XIX, Amina Bin Qarrish (morta em 1889, esposa de 'Abdalkrim ar-Razini (morto em 1909. Ela foi uma mulher rica, o último membro sobrevivente da família de Zawiyat Ben Qarrish, uma comunidade Sufi fundada em Tetuan no final do século XVII ou início do século XVIII. As principais fontes para esta biografia são uma coleção de documentos inéditos (documentos legais, cartas e anotações em cadernos do arquivo Razini em Tetuan. Esses documentos tratam de herança, casamento, divórcio, propriedade, procurações, presentes, awqaf, experiências de guerra e da vida familiar de Amina Bin Qarrish e de mulheres contemporâneas. Também é possível usar a história oral para auxiliar a interpretar esses documentos.This article records the attempt to write a biography of a woman of 19th century Tetuan, Amina Bin Qarrish (d.1889, wife of 'Abdalkrim ar-Razini (d.1909. She was a wealthy woman, the last surviving member of the family of the Zawiyat Ben Qarrish, a Sufi fraternity founded in Tetuan in the late 17th or early 18th century. The principal sources for the biography are a small collection of unpublished documents (legal documents, letters and jottings in notebooks in the Razini archive in Tetuan. These documents deal with the inheritance, marriage, divorce, property, power of attorney, gifts, awqaf, experience of war, and family life of Amina Bin Qarrish, and those of contemporary women. It is also possible to use oral history to help interpret these documents.

  8. Influence of aging on the quality of the skin of white women: the role of collagen Influência do envelhecimento na qualidade da pele de mulheres brancas: o papel do colágeno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloina do Rocio Valenga Baroni

    2012-10-01

    Full Text Available PURPOSE: Evaluate the influence of aging on the quality of the skin of white women, analyzing the dermal collagen. METHODS: Pre-auricular flaps were collected for histological and morphometric analysis of 218 white women who underwent spontaneous facial aesthetic plastic surgery. Picrosirius ultrared stain was used for analysis and quantification of collagen in five age groups (OBJETIVO: Avaliar a influência do envelhecimento na qualidade da pele de mulheres brancas analisando o colágeno dérmico. MÉTODOS: Realizou-se análise histológica e morfométrica de 218 retalhos pré-auriculares de mulheres brancas que se submeteram espontaneamente à cirurgia estética facial. Foi usada a coloração de Picrosirius Ultrared para analisar e quantificar os colágenos I, III e total em cinco grupos etários (<40 anos, 40 a 49 anos, 50 a 59 anos, 60 a 69 anos e 70 a 79 anos. RESULTADOS: A análise histológica mostrou alterações sugestivas de envelhecimento cutâneo (fragmentação e desorganização das fibras de colágeno, especialmente em pacientes acima de 60 anos. Não houve diferenças significantes entre a idade e a espessura da derme e da epiderme, mas houve diferenças significantes entre as percentagens de colágeno I, III e total (p<0,001 com o aumento da idade. CONCLUSÃO: Existe redução do colágeno com o aumento da idade e um aumento na sua degradação, levando à fragmentação das fibras.

  9. A PERPETUAÇÃO DA TESE “LEGÍTIMA DEFESA DA HONRA” EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER NO ESTADO DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Allan de Oliveira Soares

    2017-05-01

    Full Text Available O artigo tem por objetivo caracterizar a tese “legítima defesa da honra” utilizada em casos de violência contra a mulher, verificar como tal tese tem aparecido nos tribunais do Estado de São Paulo, e principalmente verificar como o Poder Judiciário estadual tem lidado com uma tese enraizada no machismo. Baseando-se em pesquisa literária e pesquisa de jurisprudências no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, conclui-se que tal argumento ainda hoje se faz presente nos tribunais paulistas, e que em poucos casos o judiciário se mostra tão machista quanto a tese apresentada pela defesa. Tal conclusão pode nos mostrar o caráter machista, ainda que em declínio, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

  10. Near miss e mulheres negras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alaerte Leandro Martins

    Full Text Available Resumo Introdução: A mortalidade materna apresenta grande diferença entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento e espelha a qualidade da assistência prestada à saúde da mulher. Para evidenciar melhor essa assistência, novos métodos de estudo vêm sendo utilizados, entre eles a investigação das morbidades maternas graves - near misses. Objetivo: Analisar os fatores de risco para ocorrência de near miss nas diferentes raças/cores das mulheres residentes em três municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Método: Estudo descritivo. Resultados: Na análise multivariada, identificou-se ser as variáveis idade (p=0,0321 com OR 3,08 e IC 95% 1,10-8,65, doenças associadas (p=0,0018 com OR 4,06 e IC 95% 1,61-10,24 e causa de internação (p=<0,0001 com OR 8,75 e IC 95% 3,36-22,75 os fatores de risco para near miss; o OR foi estimado com base no modelo multivariado. Já a variável cor não foi identificada como sendo fator de risco para near miss (p=0,8964 na presença das demais variáveis. Conclusões: Evidenciou-se, no estudo, a necessidade de aprofundar a análise em pesquisas sobre ocorrência de near miss e cor da variável idade e outras causas de internação para mulheres brancas, e a paridade/número de gestações e presença de doenças crônicas ou associadas para as mulheres negras, assim como a instituição de outros parâmetros de análise como as transferências e reinternações.

  11. A experiência da perimenopausa e pós-menopausa com mulheres que fazem uso ou não da terapia de reposição hormonal Peri-menopausal and post-menopausal experience among women with and without hormone replacement therapy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Maria Garcia Vigeta

    2004-12-01

    Full Text Available Este estudo, uma pesquisa qualitativa, tem por objetivo conhecer o significado da perimenopausa/pós-menopausa e o vivenciar de seus sinais e sintomas para mulheres que usam ou não a terapia de reposição hormonal (TRH. Os dados empíricos foram obtidos por meio de entrevista realizada com 11 mulheres, de 45 a 59 anos de idade, usuárias ou não de TRH e freqüentadoras de diferentes serviços de saúde no Município de São Paulo, Brasil. A análise foi realizada por meio da hermenêutica. Os resultados mais significativos revelam que as mulheres que não fazem uso da TRH apresentam os sintomas da perimenopausa, mas convivem com eles; as mulheres que fazem uso da isoflavona procuram por terapias alternativas para os sintomas que as incomodam; ao passo que as mulheres sob o uso da TRH declaram uma sensação de bem estar. O artigo sugere a importância de capacitar os profissionais da área de saúde para compreenderem que a perimenopausa e a pós-menopausa fazem parte do processo de envelhecimento e, portanto, devem ser consideradas como processo vital e não patológico.This qualitative study focuses on peri-menopausal and post-menopausal experience and its signs and symptoms for women with and without use of hormone replacement therapy (HRT. Empirical data were obtained through interviews with 11 women (range: 45 to 59 years with or without HRT at different health clinics in the Municipality of São Paulo, Brazil. The analysis used the hermeneutic method. Most significantly, women who are not on HRT present peri-menopausal symptoms, but they "live with" such symptoms; meanwhile, women in use of isoflavone rely on alternative therapies for the bothersome symptoms; women using HRT report a feeling of wellbeing. The article suggests the importance of training health professionals to understand the peri-menopausal and post-menopausal periods as part of the aging process, and thus as a vital rather than pathological process.

  12. O benevolente e a “vítima” na prostituição: Poder e violência simbólica em interações entre prostitutas e a Pastoral da Mulher Marginalizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Skackauskas

    Full Text Available Resumo O artigo aborda o papel de organizações dedicadas ao “resgate” de prostitutas no Brasil, cujas práticas quase artesanais de assistência são assumidas principalmente por organizações religiosas. Tais organizações imaginam-se como sujeitos benevolentes, enquanto constroem as prostitutas necessariamente como “vítimas”. A partir de pesquisa etnográfica, analisa-se a desigualdade de poder e a violência simbólica que permeiam as relações entre prostitutas e integrantes de uma organização da Igreja Católica - a Pastoral da Mulher Marginalizada. O processo de subalternização de prostitutas mostra desacordos entre o discurso e as práticas mediante os quais essa organização pretende mudar a vida das mulheres sujeitas às suas intervenções, particularmente através do procedimento de deixá-las falar, mas sem ouvi-las, ou de silenciá-las.

  13. Duzu-Querença, Salinda e Luamanda: uma representação da violência contra a mulher em Olhos D’água, de Conceição Evaristo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane de Lima Paim

    2017-07-01

    Full Text Available Olhos D’água é um livro de contos, vencedor do prêmio Jabuti, nessa categoria, em 2015, escrito por Conceição Evaristo. Nessa obra, a autora sacramenta, com uma linguagem sutil e poética, a pluralidade da existência humana. Em Olhos D’água, Conceição Evaristo ajusta o foco de seu interesse na população afro-brasileira abordando, sem meias palavras, a pobreza e a violência urbana que a acometem. O objetivo principal desse trabalho é analisar a forma como a autora representa a violência contra a mulher e as diversas formas de violências que as personagens femininas sofrem ao longo das narrativas. Como a obra escolhida é composta por 15 contos, com um vasto elenco de personagens femininas, nesse estudo, nos detemos em analisar apenas as personagens de Duzu-Querença, Salinda e Luamanda. Metodologicamente, analisamos excertos da obra, nos quais é mencionado como essas mulheres são vítimas de alguma forma de violência.

  14. Marcas psicológicas da violência doméstica: análise de histórias de vida de mulheres de comunidades populares urbanas = Psychological scars of domestic violence: analyses of life stories of women from urban communities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliveira, Michele Morais

    2009-01-01

    Full Text Available A violência doméstica é um grave problema social e pode ser considerada como oriunda da inabilidade e despreparo de determinados membros familiares em manejar conflitos cotidianos, sendo, também, um desafio para o Estado prover a proteção social das mulheres, apesar da existência da Lei Maria da Penha. Nesse sentido, buscou-se analisar histórias de vida de mulheres de baixa renda com relação às vivências da violência doméstica. A amostra foi constituída por vinte e oito mulheres participantes do Programa CooperAção Social. A abordagem qualitativa foi escolhida como perspectiva metodológica. O questionário fundamentado em um roteiro semiestruturado e a história de vida foram utilizados como técnicas de coleta de dados. Os dados foram categorizados tematicamente e submetidos à análise de conteúdo. Os resultados demonstraram ações e condutas agressivas circunscritas nas histórias de vida das mulheres pesquisadas. Acredita-se que essa situação será superada somente por meio de ações conjuntas entre sociedade e Estado que possibilitem mudanças profundas nas relações de gênero. Nesse sentido, é necessário mudar as relações que as mulheres vivenciam, com o uso da informação e dos recursos, proporcionando-lhes reconhecimento também no campo social e do trabalho, com vistas à superação da condição de exclusão e violência em que se encontram

  15. Relação cálcio/proteína da dieta de mulheres no climatério Calcium/protein relation of women on the climacteric

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina das Neves Girão Montilla

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a relação cálcio/proteína da dieta de mulheres no climatério. MÉTODOS: Em estudo transversal, foi avaliada a dieta de 154 mulheres entre 35 e 65 anos de idade, atendidas no Ambulatório de Saúde da Mulher Climatérica do Centro de Saúde-Escola da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Para obtenção do consumo alimentar de cálcio e de proteína, foi realizado inquérito alimentar pelo método ''recordatório de 24 horas''. A avaliação da relação cálcio/proteína foi feita segundo proposta de Massey e Heaney (1998, que é de 20/1 (mg/g. RESULTADOS: O consumo médio de cálcio foi de 624,9 mg; o de proteínas foi 86,7g e a relação cálcio/proteína foi de 7/1 (624,9mg/86,7g. CONCLUSÃO: A população estudada apresenta consumo inadequado dos nutrientes cálcio e proteína, podendo resultar em sérios riscos à saúde.OBJECTIVE: To evaluate the calcium/protein relation of the diet of climacteric women. METHODS: In a transversal study the diet was evaluated of 154 women 35-65 years old and matriculated in the Health Clinic of the Climateric Woman of Health Center of Public Health College of the São Paulo University. The food intake of calcium and protein was food investigated by ''24 hours recall'' method. The evaluation of calcium/protein relation was made according to Massey and Heaney (1998, that is 20/1 (mg/g. RESULTS: The mean of intake of calcium was 624.9 mg; the mean of intake of protein was 86.7 g and the calcium/protein relation was 7/1 (624.9 mg/86.7 g. CONCLUSION: The studied population presents inadequated consumation of the calcium and protein nutrients. It could result in serious risk for health.

  16. Prevalência, tipologia e sintomas de gravidade da incontinência urinária em mulheres idosas segundo a prática de atividade física

    OpenAIRE

    Virtuoso, Janeisa Franck; Mazo, Giovana Zarpellon; Menezes, Enaiane Cristina

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: A prática de atividade física (AF) é importante para a população idosa, graças aos beneficios biopsicossociais. A incontinência urinária (IU) também vem sendo analisada, pois o avanço da idade é um fator de risco importante na sua ocorrência. OBJETIVO: Verificar a prevalência, a tipologia e os sintomas de gravidade da IU entre mulheres idosas segundo a prática de AF regular. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram deste estudo 209 idosas, divididas em três grupos, segundo o nível de AF....

  17. Caracterização da qualidade de vida segundo o estado menopausal entre mulheres da Região Sul do Brasil Characterization of the quality of life by menopausal status among women in the South region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dino Roberto Soares De Lorenzi

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: caracterizar a qualidade de vida de mulheres climatéricas residentes na Região Sul segundo o estado menopausal delas. MÉTODOS: foram entrevistadas 236 mulheres com idades entre 40 e 65 anos, durante feira de saúde realizada em cidade do Sul do Brasil, em março de 2005. Na avaliação da qualidade de vida, utilizou-se a versão brasileira do instrumento Menopause Rating Scale. RESULTADOS: das entrevistadas, 133 eram pré-menopáusicas e 103 pós-menopáusicas. As primeiras referiram sintomas climatéricos moderados e severos em 37,6% e 24,0%, respectivamente, enquanto as mulheres pós-menopáusicas, relataram sintomas moderados e severos em 36,9% e 39,4% dos casos, respectivamente. Os escores globais de qualidade de vida não mostraram diferenças entre os grupos estudados (p=0,12, ainda que o grupo pré-menopáusico tenha referido mais sintomas psicológicos (p=0,05 e o pós-menopáusico mais sintomas somato-vegetativos (pOBJECTIVES: to characterize the quality of life of climacteric women residing in the South region by menopausal status. METHODS: two hundred and thirty-six women aged between 40 and 65 were interviewed during a health fair held in March 2005 in a city in the South of Brazil. Their quality of life was assessed using the Brazilian version of the Menopause Rating Scale. RESULTS: of those interviewed, 133 were pre-menopausal and 103 post-menopausal. Moderate and severe climacteric symptoms were reported by 37.6% and 24.0% of the former, respectively, while 36.9% and 39.4% of the post-menopausal women reported moderate and severe symptoms, respectively. There were no differences between the two groups studied in terms of overall scores on the quality of life scale (p=0.12, although the pre-menopausal group reported more psychological symptoms (p=0.05 and the post-menopausal group more somatic-vegetative (p<0.01 and urinogenital (p=0.01 symptoms. CONCLUSIONS: quality of life was not influenced by menopausal status

  18. O uso de inibidores de apetite por mulheres: um olhar a partir da perspectiva de gênero The use of apetite inhibitors by women: an insight based on the gender perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Magalhães de Melo

    2011-05-01

    Full Text Available O presente estudo teve como objetivo compreender os motivos que levam mulheres adultas a utilizar medicamentos inibidores do apetite e verificar, a partir da ótica de gênero, como se estabelece a relação dessas mulheres com seus próprios corpos. Orientado pelos princípios da pesquisa qualitativa, utilizou como técnicas de construção de dados a entrevista semiestruturada e a observação direta. Participaram como informantes do estudo seis mulheres usuárias de anorexígenos. Os resultados apontaram que as imagens, a publicidade e as redes sociais contribuem significativamente para a criação de padrões de aparência física e de "estilos de vida", cujo modelo preconiza a boa aparência (corpo magro e a felicidade conjugal. O corpo magro é representado como algo capaz de alterar condições, ou seja, pessoa gorda = pessoa infeliz; e pessoa magra = pessoa feliz. O estudo mostra que é no corpo como lócus que o papel socialmente destinado às mulheres será produzido e reproduzido.The scope of this study was to understand the motives that lead adult women to use appetite inhibitors and to establish, from a gender perspective, how these women relate to their own bodies. It was structured around the principles of qualitative research, and the methods of data collection were semi-structured interviews and direct observation. The informants were six women who used appetite inhibitors. The results indicated that images, publicity and social networks contribute significantly to the creation of new standards of physical appearance as well as lifestyles, which establish appearance (a slim body and a happy marriage as the desired model. The slim body is represented as something able to alter the temperament of the individual, in other words a fat person is an unhappy person and a slim person is a happy person. The study shows that it is in the body per se that the social role destined for women is produced and reproduced.

  19. Regulações do corpo e da parentalidade durante o pré-natal em mulheres jovens de camadas populares = Regulation of the body and parentality during the prenatal period in working-class young women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robles, Alfonsina Faya

    2015-01-01

    Full Text Available A partir de duas pesquisas etnográficas realizadas com mulheres jovens de camadas populares usuárias dos serviços de saúde pública, no Recife e no Rio de Janeiro, no artigo analisamos as relações destas com os profissionais e serviços de saúde de proximidade na construção de experiências da gravidez. Destacamos a maneira como os atendimentos do pré-natal têm se convertido em um dispositivo de regulação não somente de comportamentos e práticas corporais ligadas ao “cuidado de si” e do “outro a vir”, mas também das relações de parentalidade. Seguindo esse escopo, observamos quatro técnicas de regulação sanitária: a assignação à maternidade, a construção de um “projeto de criança”, a formação de “grupos de discussão” e a mobilização da categoria de “risco”. Em conclusão, relativizamos a força disciplinar do dispositivo para compreender como as experiências da gravidez são construídas pelas mulheres, bem como para enfatizar as mudanças nos regimes de regulação na área da saúde materno-infantil

  20. Autonomia, gênero e gravidez na adolescência: uma análise comparativa da experiência de adolescentes e mulheres jovens provenientes de camadas médias e populares em Belo Horizonte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Sampaio Chacham

    2012-12-01

    Full Text Available Neste trabalho, investiga-se como desigualdades de classe e de gênero atuam no sentido de reduzir o grau de autonomia de adolescentes (15 a 19 anos e mulheres jovens (20 a 24 anos, influenciando seu comportamento sexual e reprodutivo, especificamente na experiência da gravidez na adolescência. Na análise foram utilizados dados provenientes de dois inquéritos, cuja amostra total foi de 648 jovens do sexo feminino entre 15 e 24 anos de idade, 292 residentes em bairros de classe média e 356 em favelas situados na região centro-sul da cidade de Belo Horizonte, Brasil. Nos resultados, encontrou-se uma prevalência bruta de 27,3% de gravidez até os 19 anos entre as jovens residentes em favelas e de 1,7% entre as moradoras em bairros da região centro-sul de Belo Horizonte. Os dados apontam para uma relação direta entre a gravidez na adolescência com o controle e a violência por parte do parceiro. Entre aquelas residentes em favelas, 48% das que declararam ter sofrido violência física por parte de um parceiro e 58% das que declararam ter sofrido violência sexual haviam engravidado ao menos uma vez antes dos 19 anos. A associação da violência de gênero com a gravidez na adolescência se manteve presente mesmo quando controlada por classe social, ainda que seu peso fosse muito mais pronunciado entre as jovens de baixa renda. Esses resultados reforçam a importância de se aprofundar a compreensão acerca do impacto das desigualdades de classe e gênero no comportamento sexual e reprodutivo de adolescentes e mulheres jovens.

  1. Benefícios sobre a intensidade da dor, qualidade de vida e incapacidade de mulheres com dismenorreia submetidas a exercícios gerais versus método de Pilates: estudo-piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Cristina Taques Peruzzo

    2015-05-01

    Full Text Available Introdução: Dismenorreia primária é um distúrbio ginecológico caracterizado por dor relacionada à menstruação, sem causa patológica. Objetivo: Verificar e comparar a intensidade da dor, a incapacidade e a qualidade de vida em mulheres com dismenorreia primária submetidas a exercícios gerais versus Pilates. Métodos: Participaram do estudo 14 mulheres aleatorizadas em grupo de exercícios gerais (19,14±1 anos e de Pilates (20,57±1,8 anos. Ambos os grupos realizaram duas sessões por semana durante 50 minutos, no período de dois meses e meio, totalizando 20 sessões. O grupo de exercícios gerais realizou alongamentos e fortalecimentos dos músculos abdominais, lombares e assoalho pélvico. O grupo de Pilates, por sua vez, praticou exercícios para conscientização de pelve, com contrações do transverso e reto do abdômen, glúteos, períneo e eretores da coluna. As participantes responderam aos questionários de índice de incapacitação de Oswestry para dor lombar, Escala Visual Analógica (EVA, para medir a intensidade da dor e ao Questionário de Qualidade de Vida SF-36, antes e após a intervenção. Os dados foram considerados estatisticamente significantes quando p<0,05. Resultados: Foram encontradas melhoras significativas após a intervenção em ambos os grupos, em todas as avaliações. Em relação à diferença entre os grupos, na avaliação sobre a incapacitação para dor lombar, o  grupo de exercícios gerais teve melhor resultado (p<0,003 do que o grupo de Pilates, assim como no domínio de estado da saúde (0,03 do Questionário SF-36. Conclusão: A prática de exercícios físicos gerais e Pilates por mulheres com dismenorreia podem reduzir a dor e a incapacidade e melhorar a qualidade de vida.

  2. Complicações da hipertensão arterial em homens e mulheres atendidos em um ambulatório de referência Complications of hypertension in men and women seen in a referral outpatient care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Beisl Noblat

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se o sexo se associa à hipertrofia ventricular esquerda, ao acidente vascular cerebral e à insuficiência renal em hipertensos atendidos em ambulatório de referência. MÉTODOS: Dados de 622 hipertensos, admitidos com diagnóstico de hipertrofia ventricular esquerda baseado no eletrocardiograma, de insuficiência renal, na creatinina > 1,4 mg/dl, e de acidente vascular cerebral em história pregressa e exame físico. Regressão logística foi utilizada para estimar odds ratio da associação entre sexo e lesão de órgãos-alvo da hipertensão, ajustadas para raça, idade e sua duração. RESULTADOS: A média das idades foi 48,4±13,8 anos, 74,1% eram mulheres, 84,9% mulatos ou negros. Quase a metade dos homens e mais de 40% das mulheres apresentavam pelo menos um evento definido com lesão órgão-alvo. Insuficiência renal foi maior nos homens, OR ajustada (ORa = 2,73; (p=0,002. Nos pacientes brancos, a freqüência de acidente vascular cerebral foi significantemente (p=0,017 maior nos homens (4/33 do que nas mulheres (0/56 e, na análise para idade > 49 anos, a prevalência de hipertrofia ventricular esquerda foi significantemente maior em homens, ORa = 1,99; (p=0,024. CONCLUSÃO: Os dados obtidos sugerem maior prevalência de insuficiência renal em homens do que em mulheres, de acidente vascular cerebral em homens brancos do que em mulheres brancas, e de hipertrofia ventricular esquerda em homens do que em mulheres com idade > 49 anos.OBJECTIVE: To assess the association between sex and left ventricular hypertrophy, stroke, and renal failure in hypertensive patients in a referral outpatient care unit. METHODS: This study assessed 622 hypertensive patients diagnosed with left ventricular hypertrophy based on electrocardiography, renal failure based on serum creatinine level > 1.4 mg/dL, and stroke based on a previous history and physical examination. Logistic regression was used to estimate the odds ratio of the

  3. Auditoria médica: avaliação de alguns procedimentos inseridos no programa de atenção integral à saúde da mulher no posto de saúde da Vila Municipal, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa Juvenal Soares Dias da

    1998-01-01

    Full Text Available Este estudo, mediante auditoria médica, avalia a qualidade da atenção médica no Posto de Saúde da Vila Municipal, Pelotas, Rio Grande do Sul. Por meio do levantamento de dados registrados nos prontuários de família em 1992, 1993 e 1994, foram coletadas informações referentes às atividades do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM, como, por exemplo, a idade da paciente, número de consultas médicas e não médicas, aferição de pressão arterial, se as mamas haviam sido examinadas, cobertura do exame citopatológico e uso de método contraceptivo. Verificou-se que, em média, as mulheres consultam-se neste serviço 3,5 a quatro vezes por ano. Destas, 53% encontram-se na faixa etária entre vinte e 39 anos de idade. Quanto à cobertura de exame citopatológico, encontrou-se registro de 42,5% procedimentos realizados nos últimos três anos. Entre as mulheres que tiveram suas mamas examinadas, 19,4% foram registradas. A aferição da tensão arterial foi o procedimento estudado que atingiu a cobertura mais elevada nesta auditoria. Acredita-se que o cuidado ao paciente também depende da qualidade do registro; portanto, a baixa qualidade dos registros médicos encontrados servirá para fomentar discussões com a equipe, a fim de contribuir para um melhor atendimento médico, beneficiando os pacientes.

  4. Auditoria médica: avaliação de alguns procedimentos inseridos no programa de atenção integral à saúde da mulher no posto de saúde da Vila Municipal, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juvenal Soares Dias da Costa

    Full Text Available Este estudo, mediante auditoria médica, avalia a qualidade da atenção médica no Posto de Saúde da Vila Municipal, Pelotas, Rio Grande do Sul. Por meio do levantamento de dados registrados nos prontuários de família em 1992, 1993 e 1994, foram coletadas informações referentes às atividades do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM, como, por exemplo, a idade da paciente, número de consultas médicas e não médicas, aferição de pressão arterial, se as mamas haviam sido examinadas, cobertura do exame citopatológico e uso de método contraceptivo. Verificou-se que, em média, as mulheres consultam-se neste serviço 3,5 a quatro vezes por ano. Destas, 53% encontram-se na faixa etária entre vinte e 39 anos de idade. Quanto à cobertura de exame citopatológico, encontrou-se registro de 42,5% procedimentos realizados nos últimos três anos. Entre as mulheres que tiveram suas mamas examinadas, 19,4% foram registradas. A aferição da tensão arterial foi o procedimento estudado que atingiu a cobertura mais elevada nesta auditoria. Acredita-se que o cuidado ao paciente também depende da qualidade do registro; portanto, a baixa qualidade dos registros médicos encontrados servirá para fomentar discussões com a equipe, a fim de contribuir para um melhor atendimento médico, beneficiando os pacientes.

  5. Práticas alimentares cotidianas de mulheres obesas moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ, Brasil Daily eating habits of obese women living in Rocinha Shanytown (Rio de Janeiro, RJ, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Alves Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta conclusões de uma pesquisa desenvolvida na Ensp/Fiocruz, como parte do curso de mestrado. A pesquisa teve como um dos objetivos investigar as práticas alimentares de mulheres moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ na perspectiva socioantropológica. Os resultados revelaram que a alimentação do grupo era monótona, com poucas variações do cardápio composto basicamente por arroz, feijão, açúcares e gorduras. Observamos ainda a rejeição aos produtos industrializados e enlatados. Este padrão de consumo alimentar parece se aproximar da cultura alimentar brasileira, revelando a preservação da identidade nacional a partir da alimentação. Dessa forma, há necessidade de superar pressupostos em torno da relação entre consumo alimentar e obesidade, especialmente no que diz respeito à ideia predominante de mudanças na dieta com a incorporação de uma dieta "moderna" ou "ocidental" que permeia grande parte dos estudos no campo da nutrição no Brasil. Nessa direção, sinalizamos a necessidade de resgatar a abordagem multidimensional para os estudos sobre alimentação e nutrição no país. Tal proposta implica a superação de quadros conceituais restritos e a construção de novas agendas de investigação.This article presents conclusions of research conducted at Ensp/Fiocruz, as part of a master's degree course. One of the objectives of the research to investigate the eating habits of women living in the Rocinha Shantytown (Rio de Janeiro, RJ, Brazil from a socio-anthropological perspective. The results revealed that the eating habits of the group were repetitive, with few variations in the menu consisting basically of rice, bean, sugars and fats. We further observed the rejection of industrialized and canned products. This food consumption pattern seems to conform to Brazilian food culture revealing the preservation of the national identity based on feeding habits. Consequently, it is

  6. Efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis: ensaio clínico randomizado = Effect of treadmill walking on ankle proprioceptive acuity in healthy young women: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Briani, Ronaldo Valdir

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar o efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo de mulheres jovens saudáveis. Métodos: Para este ensaio clínico randomizado foram selecionadas 20 mulheres entre 18 e 30 anos com um nível baixo de atividade física segundo a classificação IPAQ (Questionário Internacional de Nível de Atividade Física. As participantes foram divididas em dois grupos de 10 componentes, o Grupo Exercício, que realizou 10 sessões de caminhada em esteira, e o Grupo Controle, que não foi submetido a nenhuma intervenção. A acuidade proprioceptiva do tornozelo foi avaliada pré e pós-intervenção por meio do Star Excursion Balance Test. Após ser confirmada a normalidade dos dados, foi utilizada a análise de variância com delineamento misto para comparação entre os grupos e entre as avaliações pré e pós-intervenção. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas na execução do Star Excursion Balance Test comparando as avaliações pré e pós-intervanção em ambos os grupos. Também não foram encontradas diferenças entre os dois grupos comparando as variações percentuais entre as duas avaliações. Conclusões: Nas condições testadas, um programa de 10 sessões de caminhada em esteira não foi capaz de promover adaptações na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis

  7. As consequências a longo-prazo (ao nível da parentalidade) em mulheres vítimas de abuso sexual infantil

    OpenAIRE

    Cunha, Flávia Pereira Freixo da

    2008-01-01

    Este estudo tem como objectivo identificar as características das relações de parentalidade de mulheres vítimas de abuso infantil. Os participantes são quatro mulheres, com idades compreendidas entre os 32 e os 44 anos de idade, que, actualmente, já são mães e que foram violadas na infância. Este estudo foi realizado através de entrevistas de investigação que foram gravadas e analisadas segundo a “Grounded Theory”. As entrevistas analisadas indicam que estas mães têm uma história comum de uma...

  8. Estudo comparativo da função do assoalho pélvico em mulheres continentes e incontinentes na pós menopausa Comparative study of pelvic floor function in continent and incontinent postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia E. C. Souza

    2009-12-01

    Full Text Available CONTEXTUALIZAÇÃO: A incontinência urinária (IU é de causa multifatorial, sendo atribuída, em parte, à fraqueza da musculatura do assoalho pélvico. Apesar de ser subestimada por muitas mulheres, a avaliação funcional do assoalho pélvico (AFA pode contribuir para um correto diagnóstico e terapêutica adequada. OBJETIVOS: Comparar a função muscular do assoalho pélvico em mulheres continentes e incontinentes na pós menopausa como fator diagnóstico no tratamento da IU. MÉTODOS: A partir da investigação dos sintomas urinários, 153 mulheres (idade X=66,7±5,4 foram separadas em dois grupos (G1 incontinentes e G2 assintomáticas. Após análise dos critérios de inclusão, as mulheres foram submetidas à AFA por meio da palpação bidigital (classificação de Contreras Ortis, 1994 e à quantificação da pressão de contração perineal por meio do perineômetro (PERINA 996-2® QUARK. RESULTADOS: Observou-se prevalência de IU (54,9% na amostra estudada, sendo a incontinência urinária de esforço (IUE (41,7% o tipo mais presente. Em relação aos sintomas urinários, como a frequência miccional diurna (p=0,004 e noturna (p=0,02, o grupo G1 apresentou um valor significativamente mais alto. A AFA mostrou resultados similares durante a palpação e o perineômetro, com diferenças significativas (pBACKGROUND: Urinary incontinence (UI is multifactorial and attributed, in part, to weakness of the pelvic floor muscles. Despite being underestimated by many women, a functional pelvic floor assessment (FPA may contribute to a correct diagnosis and appropriate treatment. OBJECTIVES: To compare the function of pelvic floor muscles in continent and incontinent postmenopausal women as a diagnostic factor in UI treatment. METHODS: Based on the investigation of urinary symptoms, 153 women (age X=66.7±5.4 were divided into two groups (G1-incontinent and G2-continent. After analysis of the inclusion criteria, the women were submitted to FPA by

  9. A pouca visibilidade da mulher brasileira no tráfico de drogas La invisibilidad de la mujer brasilera ligada al tráfico de drogas The low visibility of the brazilian woman in the drug trafficking

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Ovídia José de Souza

    2009-12-01

    Full Text Available Entre os estudos sobre a violência de gênero e violência conjugal, a atenção recai sobre a mulher como vítima. Sem minimizar a importância desta questão, com base em uma discussão teórica com autores da área da saúde e da sociologia em saúde da década de 2000, este artigo tem como objetivo investigar a violência feminina. A literatura sobre violência de gênero tem poucas referências sobre a visibilidade da mulher como autora de atos de violência, especificamente o tráfico de drogas, o principal motivo do aprisionamento de mulheres nos últimos anos, o qual contribui para o aumento dos índices da mulher como autora de atos de violência. Deste modo, este artigo tenta contribuir com o conhecimento sobre a temática violência feminina, tema pouco estudado.Entre los estudios sobre violencia de género y violencia conyugal, la atención recae sobre la mujer como víctima. Sin restar importancia a esta cuestión, con base en la discusión teórica basada en autores del área de la salud y de la sociología de la salud en la década de 2000, este artículo tiene como objetivo investigar la violencia femenina. En la literatura sobre violencia de género se encuentran escasas referencias sobre la visibilidad de la mujer como autora de actos violentos, específicamente, como participante en el tráfico de drogas; aún siendo este el principal motivo de prisión entre mujeres en los últimos años, y un hecho que sin duda contribuye al aumento de los índices de la mujer como autora de actos de violencia. Así, este artículo se propone a contribuir al conocimiento sobre la violencia femenina, tema escasamente trabajado.Between the studies about gender and marital violence, the focus is more on women as victims of violence. This situation is important, but based on a theoretical discussion with authors of the health and sociology health field during the decade 2000, this article aims to investigate the feminine violence. In the

  10. Direitos reprodutivos das mulheres no sistema penitenciário: tensões e desafios na transformação da realidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Diuana

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo Neste artigo buscou-se identificar e discutir violações e desafios à efetivação dos direitos reprodutivos das mulheres em situação de privação de liberdade, com ênfase na saúde sexual e reprodutiva. Foram considerados como referenciais de análise os parâmetros normativos que sustentam estes direitos, identificados por levantamento bibliográfico, e os discursos e práticas relativos à sua efetivação no dia a dia das prisões, colhidos em entrevistas com mulheres gestantes e com filhos nas prisões e profissionais cujas práticas interferem no exercício destes direitos. Verificou-se que as violações destes direitos sustentam-se em discursos que deslegitimam a maternidade destas mulheres. Considera-se o recurso aos direitos como estratégico nas lutas pela transformação desta situação.

  11. Representação social da violência sexual e sua relação com a adesão ao protocolo de quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ericka Viviane Pontes Procópio

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais da violência sexual e sua relação com a adesão do protocolo da quimioprofilaxia do HIV em mulheres jovens e adolescentes. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, orientada pela teoria das representações sociais, através de entrevista gravada com 13 mulheres, com idades entre 12 e 23 anos. No grupo, observou-se que as representações sociais construídas acerca da violência sexual exerceram uma considerável influência na adesão ao tratamento quimioprofilático. As pesquisadas elaboraram imagens nas quais as preocupações geradas à família, desconfortos causados pelos efeitos dos fármacos, a mudança de rotina, o medo de adoecer, de ser estigmatizada, ansiedade e raiva, apareceram como elementos constantes, podendo acarretar o abandono do tratamento. Considerando a influência dessas representações no tratamento, verifica-se a necessidade de uma maior atenção dos serviços de saúde com relação a estas possibilidades, dispondo de recursos para planejar sua assistência com base nestas diferentes necessidades. É preciso que, além do investimento em pesquisas com novos fármacos, exista um investimento em pesquisas qualitativas, que forneçam subsídios para um acompanhamento mais apropriado das pacientes.

  12. Estimativa da massa muscular esquelética em mulheres idosas: validade da impedância bioelétrica Validity of bioelectrical impedance analysis for the estimation of skeletal muscle mass in elderly women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Ricardo Rech

    2010-04-01

    Full Text Available O presente estudo tem como objetivos: a verificar a concordância entre os métodos da impedância bioelétrica (BIA e da absortometria radiológica de dupla energia (DXA para a estimativa da massa muscular esquelética (MME; e b analisar o poder preditivo de variáveis antropométricas e da BIA para a predição da MME em idosas. Foram avaliadas 120 mulheres (60 a 81 anos, residentes na região Sul do Brasil. Mensuraram-se as variáveis antropométricas (massa corporal e estatura; a resistência e hidratação dos tecidos livres de gordura foram medidas pela técnica da BIA tetrapolar (Biodinamics - BF-310, e pela DXA de corpo inteiro (Lunar Prodigy DF + 14319 Radiation e software 7.52.002 DPX-L. A diferença entre os métodos foi verificada pelo teste t pareado, análise dos resíduos e o coeficiente de correlação. O valor preditivo das variáveis antropométricas e de BIA foi verificado pela regressão linear múltipla, adotando nível de significância de p 0,01. Observou-se que a BIA subestimou em média 0,8kg (IC95%: -3,7; 2,0kg a MME, quando comparada com a DXA. Foi observada alta correlação entre os métodos (r² = 0,75; p The objectives of the present study were: a to determine the agreement between bioelectrical impedance analysis (BIA and dual-energy X-ray absorptiometry (DXA for the estimation of skeletal muscle mass (SMM, and b to analyze the predictive power of anthropometric variables and BIA for the prediction of SMM in elderly women. A total of 120 women (60 to 81 years, living in the southern region of Brazil, were studied. Anthropometric variables (body weight and height were measured. Resistance and hydration of fat-free tissues were measured by tetrapolar BIA (Biodynamics, BF-310 and by whole-body DXA (Lunar Prodigy DF + 14319 Radiation and DPX-L software, version 7.52.002. Differences between methods were determined using the paired t-test, analysis of residuals and correlation coefficient. The predictive value of the

  13. A prática do auto-exame da mama em mulheres de baixa renda: um estudo de crenças The practice of breast self-examination among low-income women: a study of beliefs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suy-Mey C. de Mendonça Gonçalves

    1999-06-01

    Full Text Available Tem sido objeto de preocupação da literatura médica e, mais recentemente, da psicológica, a alta prevalência do câncer de mama nas mulheres. O diagnóstico precoce muito favorece na redução dos índices e, entre os meios de detecção, o "auto-exame da mama" se caracteriza como uma prevenção secundária, sem custos e segura. Pesquisas demonstram, contudo, que a prática do auto-exame da mama é insatisfatória, principalmente em mulheres de escolaridade e nível sócio-econômico baixos. Segundo a Teoria da Ação Racional (TRA, a maioria dos comportamentos humanos pode ser explicada em termos de crenças comportamentais ou normativas. Nesse sentido, a presente pesquisa teve por objetivo investigar as crenças modais salientes desse estrato populacional, desprovido de informações claras e serviços de saúde efetivos, através de um levantamento em uma amostra de 40 mulheres entrevistadas em ambulatórios públicos de João Pessoa (PB. As entrevistas continham itens sobre as vantagens e desvantagens do auto-exame da mama, conhecimentos e dados sócio-demográficos. A média de idade da amostra foi de 32,5 anos (DP = 11,37. As entrevistas indicaram um total de 132 crenças comportamentais, que foram categorizadas em nove dimensões e 166 crenças normativas, categorizadas em quatro dimensões. Estes resultados demonstraram que as crenças influenciam a adesão à prática do auto-exame da mama e servirão de base para que os profissionais que lidam com campanhas públicas de prevenção voltem sua atenção para esses aspectos e abordem conteúdos que promovam não só a prática do auto-exame da mama, mas outras estratégias preventivas nesta significativa população.It has been object of concern to the medical literature and, more recently, to psychology, the high prevalence of breast cancer in women. The early diagnosis helps to decrease the index, and among the methods for detection, the "breast self-examination" appears as a

  14. O perfil da mulher que se submete a mamografia em Goiânia: uma contribuição a "Bases para um programa de detecção precoce do câncer de mama"

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Godinho Eduardo Rodrigues

    2002-01-01

    Full Text Available Foi estudado o perfil de 2.000 mulheres que se submeteram a mamografia em um hospital público e uma clínica privada de Goiânia, GO. Os dados foram coletados em entrevista. As mulheres tinham, em média, 49 anos de idade, a maioria procedia da própria cidade, 11,5% nunca tinham amamentado e dois terços tinham amamentado por mais de seis meses. Terapia de reposição hormonal era utilizada por mais de 20%, e um quinto destas não havia se submetido a mamografia previamente. História de câncer de mama familiar foi relatada por 13,3% das examinadas no hospital público e por 7,5% das examinadas na instituição privada. Destas, 28,67% e 33,33%, respectivamente, não tinham mamografia preliminar. Rastreamento do câncer mamário foi a maior motivação para o exame. Grande parte das entrevistadas não havia se submetido a mamografia anteriormente, por falta de solicitação médica ou por a considerarem desnecessária na época do pedido.

  15. O papel da esposa no Brasil e em Portugal na década de 1930: sua representação nos romances A mulher que fugiu de Sodoma e Ana Paula

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antony Cardoso Bezerra

    Full Text Available Resumo Como representação ficcional da realidade, o romance, sobretudo o do modo realista, não está alheio à conjuntura histórica em que é produzido e de que se ocupa. À luz dessa condição, investiga-se, em cotejo, como os romances A mulher que fugiu de Sodoma (1931, do escritor brasileiro José Geraldo Vieira, e Ana Paula (1938, do romancista português Joaquim Paço d’Arcos, abordam uma questão-chave de seu mundo: a desestruturação de um casamento em decorrência do comportamento desregrado do marido e, em face disso, o papel desempenhado pela esposa. Com recorrência a estudos sobre representação de Erich Auerbach e de Roger Chartier, bem como sobre a mulher e o casamento, como os de Mary del Priore, Anália Cardoso Torres e Irene Vaquinhas, leem-se as narrativas literárias criticamente, atentando para sua inserção histórica. Enquanto Vieira apresenta, com Lúcia, uma agência no abandono físico do marido, Paço d’Arcos elabora Ana Paula como uma esposa que até à ruína permanece com a consorte.

  16. Vivências de cuidados da mulher mastectomizada: uma pesquisa bibliográfica Vivências de la mujer mastectomizada: una investigación bibliográfica The experience of mastectomized woman: a bibliographic research

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandrine Gonçales Pereira

    2006-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de conhecer a produção científica acerca do cuidado à mulher mastectomizada, enfocando os sentimentos manifestados, as dificuldades enfrentadas e as estratégias de cuidado adotadas pela enfermagem, realizou-se uma pesquisa bibliográfica com 23 artigos publicados, a partir de 1990, em periódicos nacionais. A partir da metododologia proposta por Salvador, os principais sentimentos identificados nas mulheres foram o medo, a rejeição, a culpa e a perda; dentre as dificuldades, destacam-se a aceitação da auto-imagem, o enfrentamento do preconceito e dos efeitos colaterais do tratamento quimioterápico, sobretudo a alopécia, a dor e as dificuldades físicas. Como principal estratégia de cuidado, foram identificadas as atividades grupais, visando promover a auto-estima da mulher mastectomizada e contribuir para sua qualidade de vida.Con el objetivo de conocer la producción científica acerca del cuidado a la mujer mastectomizada, enfocado los sentimientos manifestados, las dificuldades enfrentadas y las estrategias del cuidado adoptado por el grupo de enfermeros se realizo uma pesquisa bibliografica con 23 articulos publicados, a partir de 1990, en períodos nacionales. A partir de la metadologia propuesta por Salvador, los principales sentimientos identificados en las mujeres fueran, el miedo, el rechazo, la culpa, y la perdida, entre las dificultades se destacan la aceptacion del auto-imagen, el enfrentamiento del rechazo y de los efectos colaterales del tratamiento quimioterápico, sobre todo la perdida del cabello, el dolor y las dificultades físicas. Como principal estrategia de atención, fueran identificadas las actividades grupales, intentando promover el auto-estima de la mujer mastectomizada y contribuir para su calidad de vida.This study aimed at knowing the scientific production concerning the care to the mastectomized woman, focusing the revealed feelings, the difficulties faced and the care strategies adopted

  17. Reflexões sobre o processo histórico-discursivo do uso da legítima defesa da honra no Brasil e a construção das mulheres Reflections on the historical-discursive process of the use of the legitimate defence of honour in Brazil and the construction of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Margarita Danielle Ramos

    2012-04-01

    Full Text Available O presente artigo busca compreender, à luz da teoria de gênero, como, ainda hoje, nos julgamentos de assassinatos de mulheres a prerrogativa da legítima defesa da honra tem sido usada na defesa do réu como tentativa de reversão da pena de homicídio qualificado. Para tanto, fizemos um estudo dos códigos da legislação vigente no Brasil relacionados ao tema de nosso trabalho desde o período colonial até os dias de hoje. O trabalho procura mostrar como o assassinato das mulheres é o final de uma rede de violações contra elas que tem seu início na forma como as mulheres são produzidas pelo discurso.This work uses a gender perspective to analyse the discourse in six documents in the jurisprudence of Minas Gerais. The objective is to understand how lawyers appeal until the present date to the legitimate defence of honour in trials of men who have killed a woman in order to avoid punishment for their crime. The analysis is based on two sets of studies: the study of the legislation concerning the concept of honour since the colonial period in Brazil and the study of the struggle that the Brazilian feminist movement has undertaken to remove violence against women from the private sphere and turn it into gender violence. The work attempts to show that the murder of women is the final step in a chain of violations against women, which begins in the devalued way that women are produced in discourse.

  18. A representação da menina e da mulher no conto de fadas moderno: novos destinos em “Além do bastidor” e “A moça tecelã” de Marina Colasanti

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Livia Maria Rosa Soares

    2015-01-01

    Full Text Available Este trabalho pretende investigar a representação da menina e da mulher na obra infantojuvenil de Marina Colasanti. Para tanto, analisaremos dois contos de fadas da escritora: “Além do bastidor” e “A moça tecelã”, ambos publicados no livro “Antes de virar gigante” (2003. A fundamentação teórica desse capítulo está dimensionada a partir dos estudos realizados, entre outros, por Regina Zilberman, Nelly Novaes Coelho, Leonardo Arroyo, Peter Hunt, Marisa Lajolo, Bruno Bettellheim, Propp, pelas importantes análises em torno do caráter formal, estrutural, histórico, e temático que contribuem para uma visão mais consciente e sistemática das narrativas infantis e juvenis de várias épocas. Além dessas análises, apresentaremos a perspectiva de gênero: como a autora permite reflexões acerca das representações da criança e da mulher. A partir disso, intentamos analisar como as obras selecionadas neste corpus oferecem indícios para se avaliar questões de identidade e representação de gênero (menina e mulher na literatura infantojuvenil atual. Como aporte teórico para essas análises apresentaremos os estudos de Lúcia Zolin, Constância Lima Duarte, Cecil Zinani, Lúcia Castello Branco e Judith Butler, entre outros. Sobretudo, a maneira como Marina Colasanti contribui para uma atualização dos contos de fadas ao mesmo tempo em que dialoga com questões pós-modernas.

  19. Prevalência, tipologia e sintomas de gravidade da incontinência urinária em mulheres idosas segundo a prática de atividade física

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janeisa Franck Virtuoso

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A prática de atividade física (AF é importante para a população idosa, graças aos beneficios biopsicossociais. A incontinência urinária (IU também vem sendo analisada, pois o avanço da idade é um fator de risco importante na sua ocorrência. OBJETIVO: Verificar a prevalência, a tipologia e os sintomas de gravidade da IU entre mulheres idosas segundo a prática de AF regular. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram deste estudo 209 idosas, divididas em três grupos, segundo o nível de AF. Foram coletados dados referentes à presença, tipologia, duração e gravidade dos sintomas da IU. Utilizou-se estatística descritiva e inferencial, por meio dos testes Qui-Quadrado, Mann-Whitney e Análise de Variância, conforme os grupos de variáveis. Adotou-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: A presença de IU na amostra total foi de 33,3%, sendo a menor prevalência entre as idosas mais ativas (28,9%. Quanto à tipologia, 28,7% apresentaram IU de esforço (IUE, 14,8% IU de urgência (IUU e 10,5% IU mista (IUM. A presença de IUU (p = 0,05 e IUM (p = 0,04 associou-se com o grupo de mulheres sedentárias. A prática de ginástica associou-se com a ausência de IU (p = 0,003. Em 43,5% da amostra, o início dos sintomas de gravidade deu-se após a menopausa. A retenção de urina sem dificuldade associou-se com a prática de AF (p = 0,029. CONCLUSÃO: A menor incidência de IU entre as idosas muito ativas pode ser atribuída aos benefícios da AF moderada ao mecanismo de continência. Além disso, a prática de exercícios físicos também parece minimizar os sintomas de urgência miccional.

  20. Vivências da vida conjugal: posicionamento das mulheres Vivencias de violencia conyugal: toma de posición por parte de las mujeres Marital life experiences: women's positioning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Maria Ramos Medeiros Souto

    2009-10-01

    Full Text Available Estudo de abordagem qualitativa, realizado com onze mulheres em situação de violência conjugal. Os dados empíricos foram produzidos mediante oficinas, buscando-se a compreensão das vivências de violência nos discursos das mulheres. Para a composição das categorias analíticas utilizamos a técnica de análise temática de conteúdo. Procedemos a análise foi feita com base nos constructos da categoria gênero presentes ao cotidiano dessas mulheres. Os resultados mostraram que a violência conjugal representa para as mulheres o medo e o aprisionamento e que, na conjugalidade, a mulher está mais susceptível às relações desiguais de poder, com domínio masculino e legitimação da violência. Nas suas falas ficaram evidentes comportamentos e atributos que sustentam a condição feminina de sujeição ao marido e à violência.Se trata de un estudio de carácter cualitativo, realizado con once mujeres en situación de violencia conyugal. Los datos empíricos fueron obtenidos en talleres. Se buscó la comprensión de la vivencia de la violencia a través de los discursos d las mujeres. Para formar las categorías analíticas utilizamos la técnica de análisis temático de contenido. El análisis se fundamentó en los constructos de la categoría género presentes en la vida cotidiana de esas mujeres. Los resultados mostraron que la violencia conyugal representa para las mujeres: miedo y aprisionamiento, y que en la conyugalidad, la mujer está más susceptible a relaciones desiguales de poder, con dominio masculino y legitimación de la violencia. En las hablas de las mujeres, se evidenciaron comportamientos y atributos que sustentan la condición femenina de sujeción al cónyugue y a la violencia.A study of qualitative approach, carried out with eleven women in a marital violence situation. Empirical data were produced from workshops, focusing on the understanding of violence experience through the women´s speech. In order to

  1. Perfil antropométrico de mulheres adultas da área urbana e rural no município de Barcelos, AM Anthropometric profile of women from the urban and rural areas in Barcelos municipality. (Amazonas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dionísia Nagahama

    2003-01-01

    Full Text Available De um total de 203 mulheres adultas entrevistadas, foram avaliadas 175 (entre 16 a 73 anos, por meio de medidas antropométricas: peso, altura, prega cutânea tricipital (PCT, circunferência braquial (CB, circunferência muscular (CMB e Índice de Massa Corpórea (IMC. Das mulheres analisadas, 84,0% (n=147 residiam na zona urbana e 16,0% (n=28 na zona rural. Verificou-se que o peso médio das mulheres não nutrizes residentes na área urbana foi de 54,1 kg; altura de 149,0 cm e o IMC de 24,4 kg/m², enquanto que a PCT, CB e a CMB forneceram valores médios de 19,2 mm, 27,5 cm e 21,5 cm, respectivamente. Na área rural, as mulheres apresentaram um peso médio de 50,4 kg, altura de 148,6 cm, IMC de 23,0 kg/cm² e a PCT, CB e a CMB foram 13,8 mm, 26,4 cm e 22,1 cm, respectivamente. Houve diferença estatisticamente significativa apenas nos valores médios da PCT entre as mulheres procedentes da área urbana e rural (pFrom a total of 203 adult women interviewed, 175 subjects aged 16 to 73 years were evaluated for the anthropometrics variables: weight, height, triceps skinfold thickness, mid-upper arm circumference, arm muscle circumference and body mass index (BMI. Of these women, 84,0% (147 were living in the urban area and 16,0% (28 in the rural area. Observing the mean values for non-lactating women in the urban area were: weight 54,1 kg, height 149,0 cm, BMI 24,4 kg/m², triceps skinfold thickness 19,2 mm, arm circumference 27,5 cm, arm muscle circumference 21,5 cm. For women in the rural area the values were: weight 50,4 kg, height 148,6 cm, BMI 23,0 kg/cm², triceps skinfold thickness 13,8 mm, arm circumference 26,4 cm, arm muscle circumference 22,1 cm. There was a significant difference in the average triceps skinfold thickness values between women in the rural area and women in the urban area (p<0,05. In the urban area women a 6,5% prevalence of low weight was found, a 28,2% prevalence of overweight and a 11,3% prevalence of obesity. In the

  2. MULHERES OPERÁRIAS E AS REPRESENTAÇÕES DO MATERNO NAS NOTÍCIAS DOS PERIÓDICOS DA METALÚRGICA DUQUE – JOINVILLE/SC (2000-2010)

    OpenAIRE

    Lechinski, Eleni

    2015-01-01

    Este trabalho refere-se à análise das representações sobre Mulheres-mães e operárias em uma organização industrial (Metalúrgica Duque), no município de Joinville/SC, (2000 a 2010). Procuraremos demonstrar de que maneira a construção cultural/ideológica da maternagem é estruturada como notícias/mensagens dos periódicos dessa metalúrgica. Pretende-se demonstrar o envolvimento das múltiplas facetas sociais na configuração do discurso maternalista, especialmente aqueles registrados nos periódicos...

  3. Enfrentamento da violência doméstica por um grupo de mulheres após a denúncia A group of women coping with domestic violence after the denouncements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eriza de Oliveira Parente

    2009-08-01

    Full Text Available Este estudo analisa as formas de enfrentamento encontradas por mulheres vítimas da violência doméstica, no decorrer e após a denúncia, em Fortaleza, Ceará, Brasil. Com abordagem qualitativa e caracterizando-se como pesquisa participante, nove mulheres, que se denominaram vítimas de violência doméstica e romperam com o silêncio fazendo a denúncia, participaram do estudo, de agosto a outubro de 2007, no Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (CERAM. Grupo focal, anotações no diário de campo e observações foram as técnicas de coleta de dados, e estes foram submetidos à análise categorial e discutidos com suporte no Modelo de Crenças em Saúde. O medo, a falta de apoio, a dependência financeira, a vergonha, a maternidade e a cultura emergiram do estudo como percepção da suscetibilidade e das barreiras identificadas; o risco de morte foi percebido como severidade; o apoio da família e de amigos, a lei, os setores de proteção e Deus foram os benefícios relatados, configurando-se como formas de enfrentamento. Para elas, a violência ultrapassou os limites da natureza física, pois envolveu sofrimento psicológico, emocional, econômico e social. Desse modo, essas mulheres romperam o silêncio presente nas relações violentas e procuraram estratégias para minimizar o sofrimento.This paper provides an analysis of confrontation ways that female victims of domestic violence found during and after denunciation in Fortaleza, Ceará, Brazil. Nine women self-denominated victims of violence who broke silence and denunciated their aggressors participated in this qualitative and participative research from August to October 2007, in the State Center of Reference for Women Support (CERAM. The data collectors used the focal group, the reports in the field diary and observation, and the data were submitted to categorical analysis, and discussed based on Health Belief Model. Fear, lack of support, financial dependence, shame

  4. CÂNCER DE COLO DO ÚTERO, GENOTIPAGEM DO PAPILOMA VÍRUS HUMANO (HPV) EM MULHERES QUILOMBOLAS DE UM MUNICÍPIO BRASILEIRO: ACEITABILIDADE DA VACINA

    OpenAIRE

    Dias, Isadora Clarissa Cordeiro; Nascime, Maria do Desterro Soares Brandão; Batista, José Eduardo; Vidal, Flávia Castello Branco; Silva, Dulcelena Ferreira; Silva, Marcos Antonio Custódio Neto da; Frazão, Fabíola Nassar Sousa; Nascimento, Anna Cyntia Brandão; Bezerra, Geusa Felipa de Barros; Muniz Filho, Walbert Edson; Viana, Graça Maria de Castro

    2014-01-01

    O câncer de colo uterino é o segundo câncer feminino mais comum no Brasil. O papilomavírus humano (HPV) é causa necessária para seu desenvolvimento. A vacina surge como uma arma contra a infecção por HPV e, consequentemente, contra o câncer. Mas existem mais de 100 genótipos diferentes de HPV, que são divididos em baixo risco e alto risco, de acordo com o potencial oncogênico. Analisam-se os aspectos epidemiológicos e biomoleculares da infecção por HPV na mucosa genital de mulheres qui-lombol...

  5. Função sexual de mulheres com infertilidade

    OpenAIRE

    Priscilla Bianchini Salomão

    2016-01-01

    Introdução: A infertilidade é uma condição que afeta, universalmente, um percentual expressivo (8-15%) dos casais da população, sendo esta, uma condição associada frequentemente, a um incremento nas taxas de disfunção sexual e desajuste conjugal. Objetivos: Avaliar a função sexual de mulheres com infertilidade conjugal e avaliar o risco para ansiedade e depressão em mulheres com infertilidade conjugal. Métodos: Estudo controlado com 280 mulheres em idade reprodutiva, sendo 140 atendidas no Se...

  6. Prevalência de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres idosas

    OpenAIRE

    Gomes, Fabiana Vanessa Silva

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia Aplicada (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) Comportamentos alimentares disfuncionais são frequentes em jovens, mas pouco se sabe sobre a sua prevalência em mulheres idosas. Este estudo consiste em estudar a prevalência pontual de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres com 65 anos ou mais. Estudo de prevalência constituído por um momento de avaliação de duas fases com 342 mulheres entre os 65 e 94 anos...

  7. Previdencia social e mulher no contexto brasileiro

    OpenAIRE

    Jane Marchi Madureira

    2004-01-01

    Resumo:O presente estudo busca entender melhor algumas das dimensões envolvidas no tema "condição feminina no âmbito da reforma previdenciária dos anos 90', tendo como cenário as perspectivas do mercado de trabalho como definidor da possibilidade de acesso do trabalhador à previdência social. Além de fomecer elementos estatísticos para enfrentar a escassez de dados, que tão freqüentemente fragiliza os argumentos, a dissertação pode contribuir com o debate sobre a situação da mulher no âmbito ...

  8. Relações da força muscular com indicadores de hipertrofia após 32 semanas de treinamento com pesos em mulheres na pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Bonganha

    2010-06-01

    Full Text Available O objectivo do presente estudo foi avaliar o comportamento da força muscular e a participação dos indicadores de hipertrofia, nos ganhos de força após 32 semanas de treinamento com pesos (TP, prescrito por zona alvo de repetições máximas, em mulheres na pós-menopausa. Participaram desta pesquisa 14 mulheres saudáveis e não ativas fisicamente. O TP teve frequência semanal de três vezes, em dias alternados. A composição corporal foi mensurada pela técnica das dobras cutâneas. Os indicadores de hipertrofia foram representados pela massa magra total e regional: área muscular do braço (AMB e coxa (AMC. A força muscular foi avaliada pelo teste de uma repetição máxima nos exercícios leg press horizontal e rosca direta. Para análise estatística foi utilizado o teste de Friedman. Os resultados mostraram que a força muscular apresentou aumentos graduais e significantes durante a intervenção, que houve aumento da AMB e não houve diferença nos valores de AMC. A rosca direta mostrou forte associação com a AMB durante todos os momentos do estudo. Já o leg press pareceu estar mais efetivamente associado ao componente neural de ganhos de força, visto que a AMC não apresentou modificações significantes. Após 32 semanas de TP a força muscular aumentou significantemente, independentemente dos ganhos de massa magra.

  9. Entre o diálogo e a (resignificação do sentido: um olhar sobre a identidade da mulher política / Between the dialogue and the (resignificance of the sense: a look at the identity of the political woman

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Fernandes Pimenta de Almeida Lima

    2010-08-01

    Full Text Available RESUMO: Este trabalho tem como objetivo compreender o movimento da construção da identidade da mulher política no Brasil. Buscamos entender o discurso, na perspectiva dos estudos bakhtinianos,observando o dialogismo na construção dos sentidos e algumas interdições e permissões discursivas mobilizadas pela mídia que caracterizam a mulher na política. Interpretar esses enunciados é entender que a linguagem pode ser vista sob o efeito da representação do feminino, que atravessa fronteiras e redefine cronologias em função da experiência histórica da mulher política. ABSTRACT: The aim of this work is to understand the movement of identity construction of the political woman in Brazil. We seek to understand the discourse under the perspective of the bakhtinian studies, observing the dialogism in the construction of meanings and some discourse interdictions and permissions mobilized by the media, which characterize the woman in politics. Interpreting these statements is to understand that the language can be seen under the effect of the representation of the feminine, which crosses borders and redefines chronologies according to the historical experience of the political woman.

  10. Os muitos nomes de Silvana: contribuições clínico-políticas da psicanálise sobre mulheres negras

    OpenAIRE

    Ana Paula Musatti Braga

    2016-01-01

    Esta pesquisa aponta alguns dos efeitos subjetivos e estratégias singulares de resistência frente à desigualdade racial no nosso país, abordando as vicissitudes de inscrição no laço social de mulheres negras e pobres. É fruto de uma intervenção clínico-política com um grupo de adolescentes em uma Escola Municipal de Ensino Fundamental de São Paulo na qual foi se evidenciando, para nós, a necessidade de cada um desses adolescentes de defender intransigentemente a honra e o valor de suas mães f...

  11. A influência dos tratados e conferências internacionais para a institucionalização dos direitos da mulher no Brasil

    OpenAIRE

    Resende, Roberta Carnelos; Doutoranda em Ciência Política (UFRGS), Mestre em Sociologia (UFPR), Bacharel em Ciências Econômicas (UFPR).; Epitácio, Sara; Professora Adjunta de Ciência Política na Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

    2016-01-01

    O objetivo principal deste artigo é apresentar a institucionalização dos direitos das mulheres no Brasil à luz das conferências e tratados internacionais. Para tanto, o texto está dividido em duas partes: na primeira é exposto um panorama geral sobre os direitos humanos, com destaque à criação de instituições como a ONU; e na segunda parte são apresentadas as principais conferências internacionais sobre igualdade de gênero, as quais foram ratificadas pelo Brasil. Concluiu-se que a Declaração ...

  12. Inquérito domiciliar sobre uso da Fisioterapia por mulheres em Guarapuava-Paraná-Brasil Household survey into physiotherapy use by women in Guarapuava-Paraná-Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia Raquel Bim

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência do uso da fisioterapia por mulheres e analisar as variáveis associadas à sua utilização. Foi realizado estudo transversal de base populacional incluindo 885 mulheres com idade mínima de 18 anos residentes na zona urbana de Guarapuava, estado do Paraná, Brasil. Considerou-se nível de confiança de 95% e margem de erro de 3% para cálculo amostral. A amostra foi selecionada aleatoriamente, e as entrevistas foram realizadas entre outubro e dezembro de 2006. Utilizou-se os softwares Statistica 7.1 e SAS 9.1 para análise dos dados, calculou-se prevalência, qui quadrado, análise multivariada (análise de correspondência e realizou-se regressão logística. A prevalência do uso da fisioterapia por mulheres foi de 27,3%, onde 48% utilizaram o serviço público, 45% assistência privada, e apenas 7% assistência particular. Variáveis como idade, profissão, classificação econômica e tipo de assistência à saúde estiveram associadas à realização de fisioterapia (pThe scope of this study was to evaluate the prevalence of the use of physiotherapy by women and analyze the variables associated with its utilization. A population-based cross-sectional study was carried out with 885 women aged over 18 living in the urban area of Guarapuava, Parana state, Brazil. A confidence level of 95% and an error margin of 3% were used for sample calculations. The sample was randomly selected and the interviews were carried out between October and December 2006. Statistica 7.1 and SAS 9.1 software was used to analyze the data, and the prevalence, chi-square and multivariate analysis were calculated and logistic regression was performed. The prevalence of the use of physiotherapy by women was 27.3%, where 48% used the public service, 45% used health insurance services and only 7% used private services. Variables including age, profession, financial conditions and type of assistance were associated with

  13. Representações de mulheres acerca da histerectomia em seu processo de viver Representaciones de mujeres acerca de la histerectomía en su proceso de vivir Women's representatives about hysterectomy in their lives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Penha da Rosa Silveira Nunes

    2009-09-01

    Full Text Available Estudo qualitativo, exploratório-descritivo, realizado com os objetivos de conhecer as representações sociais de mulheres submetidas à histerectomia e identificar alguns fatores que interferem no seu processo de viver. Foram informantes 12 mulheres histerectomizadas em um hospital universitário no Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados em setembro e outubro de 2006 por meio de entrevistas e tratados pela análise de conteúdo temática. Foram identificadas duas categorias: representações negativas e representações positivas da histerectomia no viver das mulheres. Ambas referem-se ao significado atribuído ao útero e ao contexto vivencial da mulher. As negativas foram ancoradas em preconceitos, incapacidade de serem mães e no desinteresse sexual, com possíveis interferências na vida conjugal. As positivas, no bem-estar após a cirurgia e na melhoria da qualidade de vida. É essencial disponibilizar espaço para a problematização do viver sem útero, com vistas a prevenir conflitos pessoais e conjugais.Estudio cualitativo, exploratorio descriptivo, realizado con el objetivo de conocer las representaciones sociales de las mujeres sometidas a la histerectomía e identificar algunos factores que interfieren en su proceso de vida vivir/bienestar. Participaron en el estudio como informantes doce mujeres con histerectomihisterectomía en un hospital universitario en Río Grande del Sur. Los datos fueron recolectados colectados en septiembre y octubre de 2006 por medio de entrevistas y a través del tratamiento de contenido temático. Fueron identificadas dos categorías: representaciones negativas y representaciones positivas de la histerectomía en el vivir de las mujeres. Ambas se refieren al significado atribuido al útero y al contexto de vida de la mujer. Las negativas estaban fundamentadas en prejuicios, como la incapacidad de ser madre s y en el lo desinterés sexual, con posibles interferencias en la vida conyugal. Las

  14. A INVISIBILIDADE DA MULHER NEGRA MARANHENSE NO ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO DA PROFESSORA NA ESCOLA NORMAL PÚBLICA EM SÃO LUÍS (1930-1945

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Lopes Rodrigues

    2015-03-01

    entre outros. Com base na noção foucaultiana de que o poder difuso no tecido social não está sob o domínio de quem quer que seja, buscou-se perceber as estratégias de resistência aos discursos que definiam lugares e posturas à mulher professora, a partir de uma visão misógina e racista. Palavras-chave: Formação de professores. Gênero. Mulher negra.

  15. A contribuição da dança do ventre para a educação corporal, saúde física e mental de mulheres que freqüentam uma academia de ginástica e dança

    OpenAIRE

    Abrão,Ana Carla Peto; Pedrão,Luiz Jorge

    2005-01-01

    O estudo teve por objetivo investigar os benefícios da dança do ventre para a saúde de mulheres que freqüentam uma academia de dança do interior do Estado de São Paulo. Trata-se de um estudo qualitativo. Os referenciais foram a experiência dos pesquisadores e outras literaturas da área de dança. A amostra foi constituída por 12 mulheres com faixa etária de 16 a 40 anos, que praticavam dança do ventre há mais de três meses, às quais foi aplicado um questionário com perguntas abertas. A análise...

  16. The effectiveness of connective tissue massage in the treatment of primary dysmenorrhea among young women Efetividade da massagem do tecido conjuntivo no tratamento da dismenorréia primária em mulheres jovens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Conceição Aparecida de Almeida Santos Reis

    2010-06-01

    Full Text Available OBJECTIVE: to evaluate the possible effectiveness of connective tissue massage for the non-medical treatment of primary dysmenorrhea. METHODS: this was a pilot observational cohort study. SETTING: University clinics. PARTICIPANTS: Seventy two young women presenting primary dysmenorrhea. INTERVENTION: Physiotherapy students in their last year at university and physiotherapists were trained for 20 hours to apply the massage. All volunteers were submitted to lumbar connective tissue massage twice weekly, while they were not menstruating, during the three menstrual cycles that followed admission. The following regions were manipulated: sacral, lumbar, last thoracic vertebrae and subcostal. INDICATORS: Pain score, use of pain medication and other menstrual systemic symptoms over time (before treatment, after each of the three menstrual periods during treatment, and in the second and in the third month following treatment. RESULTS: after the first treatment month, the pain score decreased significantly (pOBJETIVO: avaliar a possível efetividade da massagem do tecido conjuntivo para o tratamento não medicamentoso da dismenorréia primária. MÉTODOS: estudo piloto, do tipo observacional de coorte com setenta e duas mulheres jovens com dismenorréia primária em Clínica Universitária. Estudantes de fisioterapia e fisioterapeutas receberam treinamento de 20 horas para aplicar a massagem. Todas as voluntárias receberam massagem do tecido conjuntivo lombar duas vezes por semana, no período intermenstrual durante os três ciclos menstruais após a admissão. As regiões manipuladas foram: sacral, lombar, última vértebra torácica e sub-costal. Desfechos avaliados: Escore de dor, uso de medicamentos e ocorrência de outros sintomas sistêmicos ao longo do tempo (antes do tratamento, após cada ciclo menstrual durante o tratamento e nos dois meses após o tratamento. RESULTADOS: o escore de dor diminuiu significativamente após o primeiro mês de

  17. Impacto da atividade física na qualidade de vida de mulheres de meia idade: estudo de base populacional Impact of physical activity on quality of life in middle-aged women: a population based study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Katherine da Silveira Gonçalves

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o impacto da prática de atividade física na qualidade de vida de mulheres de meia idade. MÉTODOS: Estudo de base populacional e corte transversal, que incluiu uma amostra estratificada de 370 mulheres de meia idade entre 40 a 65 anos, recrutadas a partir de uma população de 20.801 mulheres atendidas no período de um ano nas redes básicas de saúde, inseridas nos quatro distritos (Norte, Sul, Leste e Oeste que compõem o sistema de saúde da cidade de Natal, Rio Grande do Norte, de junho a setembro de 2011. O cálculo da amostra teve por base um nível de confiança de 95%, com poder do teste de 80%, erro de estimativa de 5% e considerou-se a proporção de pacientes classificadas com qualidade de vida adequada (indicador >26 da amostra piloto. Os dados foram coletados enquanto as mulheres aguardavam na sala de espera para a consulta de rotina. Para avaliar a qualidade de vida geral, utilizou-se a versão abreviada do WHOQOL (WHOQOL-Bref-WHO Quality of Life - BREF, e sua relação com os sintomas do climatério foi avaliada por meio do Menopause Rating Scale (MRS. O nível de atividade física foi avaliado pelo questionário International Physical Activity Questionnaire (IPAQ, versão curta, semana usual. Para obter-se a classificação dos níveis de atividade física, utilizaram-se três categorias: sedentária, moderadamente ativa e muito ativa. A análise estatística foi realizada utilizando o programa estatístico Minitab, versão 16. RESULTADOS: A média de idade das mulheres foi de 49,8 anos (±8.1, foram predominantemente caucasianas (72,7%, casadas (61,6%, não fumantes (93,5% e com o Ensino Médio completo (47,8%. Considerando os domínios presentes no WHOQOL-Bref para avaliar qualidade de vida, os escores foram significativamente diferentes entre os grupos de mulheres sedentárias, moderadamente ativas e muito ativas (pPURPOSE: To evaluate the influence of physical activity on the quality of life of middle

  18. Prevalência da violência contra a mulher por parceiro íntimo em regiões do Brasil Prevalence of intimate partner violence against women in regions of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilia Blima Schraiber

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados do WHO Multi-country Study on Women´s Health and Domestic Violence sobre a prevalência da violência contra mulheres por parceiros íntimos encontrada no Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal integrante do WHO Multi-country Study on Women's Health and Domestic Violence against women, realizado em dez países, entre 2000-2003. Em todos os locais foi utilizado questionário estruturado padronizado, construído para o estudo. Para conhecer contrastes internos a cada país, a maior cidade e uma região rural foram investigadas, sempre que factível. Foi selecionada amostra representativa da cidade de São Paulo e de 15 municípios da Zona da Mata de Pernambuco constituída por mulheres de 15 a 49 anos de idade. Foram incluídas 940 mulheres de São Paulo e 1.188 de Pernambuco, que tiveram parceria afetivo-sexual alguma vez na vida. A violência foi classificada nos tipos psicológica, física e sexual, sendo analisadas suas sobreposições, recorrência dos episódios, gravidade e época de ocorrência. RESULTADOS: Mulheres de São Paulo e Pernambuco relataram, respectivamente, ao menos uma vez na vida: violência psicológica (N=383; 41,8% e N=580; 48,9%, física (266; 27,2% e 401; 33,7%; sexual (95; 10,1% e 170; 14,3%. Houve sobreposição dos tipos de violência, que parece associada às formas mais graves de violência. A maior taxa da forma exclusiva foi, para São Paulo e Pernambuco, a da violência psicológica (N=164; 17,5% e N=206; 17,3% e a menor da violência sexual (N=2;0,2% e 12; 1,0% CONCLUSÕES: Os resultados mostram a violência como um fenômeno de alta freqüência. Os achados reiteram estudos internacionais anteriores quanto à grande magnitude e superposições das violências por parceiro íntimo.OBJECTIVE: To analyze the results from the "WHO Multi-country Study on Women's Health and Domestic Violence", on the prevalence of intimate partner violence against women found in Brazil. METHODS: This

  19. Influência da percepção dos profissionais quanto ao aborto provocado na atenção à saúde da mulher Perception influence of professionals regarding unsafe in attention to women's health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Rosana Guerra Benute

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o conhecimento e a percepção dos profissionais da saúde em relação à legislação brasileira sobre o aborto provocado. MÉTODOS: Envelopes selados não identificados contendo os questionários foram enviados a todos os profissionais (n=149 que trabalham no Departamento de Obstetrícia de hospital universitário e de hospital público da periferia de São Paulo. Responderam ao questionário 119 profissionais. Para análise dos dados, utilizou-se intervalo de confiança de 0,05 e os testes exatos de Fischer e χ². RESULTADOS: Dos profissionais entrevistados, 48,7% eram médicos, 33,6% profissionais da área de enfermagem e 17,6% eram profissionais de outras áreas (psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, administrativos e técnicos de laboratórios. Constatou-se diferença significativa (p=0,01 na proporção de profissionais que acreditam que o aborto por malformação fetal não letal e no aborto decorrente de gestações não planejadas deveriam ser incluídos na legislação brasileira. Observou-se que o conhecimento da legislação e da descrição das situações permitidas por lei acerca do aborto foi significativamente diferente na comparação entre os profissionais de saúde (p=0,01. Quando questionados sobre as situações em que a legislação brasileira permite o aborto, observou-se que 32,7% dos médicos, 97,5% profissionais da área de enfermagem e 90,5% dos demais profissionais desconhecem a legislação vigente. CONCLUSÃO: Neste estudo, evidenciou-se o desconhecimento dos profissionais de saúde com relação à legislação brasileira, em menor proporção entre obstetras e em maior proporção entre os profissionais da área de enfermagem. Foram constatadas atitudes de discriminação, julgamento e preconceito na assistência prestada às mulheres que provocam o aborto.PURPOSE: To identify the knowledge and awareness of health professionals regarding the Brazilian legislation on induced

  20. The meaning of the rubella vaccine for pregnant women El significado de la vacuna contra la rubeola para las mujeres gestantes O significado da vacina contra rubéola para as mulheres grávidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Maria Tonzar Ristori Ozaki

    2007-08-01

    ño de su papel como agentes promotores de la salud.Buscou-se descrever o significado da vacina contra rubéola para mulheres que se descobriram grávidas após receberem a vacina dupla viral, por ocasião da campanha contra rubéola-2001, na DIR XX de São João da Boa Vista, SP. Adotou-se como referencial a Teoria das Representações Sociais. A coleta de dados foi realizada através da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo com 18 mulheres grávidas e que engravidaram até 30 dias após aplicação da vacina, consideradas suscetíveis à rubéola, residentes em 10 municípios da região. Através dos discursos das mesmas, foi possível desvelar a diversidade de significados da vacina contra a rubéola quando aplicada durante a gravidez, representada como ameaça à sua integridade, à de seu filho e ao seu relacionamento conjugal. Esses significados constituem-se em importante fonte de informação que propicia aos profissionais de saúde e gestores reflexão sobre o seu papel como agentes promotores de saúde.

  1. Restrições causadas pela incontinência urinária à vida da mulher Restricciones ocasionadas por la incontinencia urinaria en la vida de la mujer Urinary incontinence restrictions in women's life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Helena Baena de Moraes Lopes

    2006-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as restrições causadas pela incontinência urinária (IU à vida da mulher, considerando-se o tipo de incontinência, e verificar como manejam este problema. Trata-se de uma análise secundária de dados obtidos em estudo anterior, coletados por meio de entrevista com perguntas abertas e fechadas. A amostra foi composta por 164 mulheres com queixa de IU, internadas em clínicas de ginecologia e urologia de dois hospitais-escola da cidade de Campinas, SP. Apresentavam idade entre 25 e 85 anos e 104 (64% referiram uma ou mais restrições. Citaram alterações nas atividades sexuais (40,9%, sociais (33,5%, domésticas (18,9% e ocupacionais (15,2%. A incontinência urinária mista e a de urgência forem as que mais afetavam a vida das mulheres. A estratégia mais utilizada para minimizar a IU foi o uso de forro e/ou absorvente higiênico. Concluiu-se que a IU tem implicações negativas no cotidiano dessas mulheres.En este estudio se tuvo como objetivo identificar las restricciones causadas por la incontinencia urinaria (IU en la vida de la mujer, considerándose el tipo de incontinencia, y verificar cómo manejan este problema. Se trata de un análisis secundario de datos obtenidos en un estudio anterior, recolectados por medio de entrevista con preguntas abiertas y cerradas. La muestra estuvo compuesta por 164 mujeres con queja de IU, internadas en clínicas de ginecología y urología de dos hospitales docentes de la ciudad de Campinas, SP. Las mujeres tenían entre 25 y 85 años de edad, habiendo relatado 104 (64% de ellas una o más restricciones. Citaron alteraciones en las actividades sexuales (40,9%, sociales (33,5%, domésticas (18,9% y ocupacionales (15,2%. La incontinencia urinaria mixta y la de urgencia fueron las que más afectaban la vida de las mujeres. La estrategia más utilizada para minimizar la IU fue el uso de paños y/o toallas higiénicas. Se concluyó que la IU tiene implicancias

  2. Tratamento cirúrgico dos aneurismas da aorta abdominal: existe diferença dos resultados entre homens e mulheres? Surgical treatment of abdominal aortic aneurysms: is there difference in the results obtained in men and women?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Telmo Pedro Bonamigo

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os resultados cirúrgicos após o tratamento convencional e eletivo do aneurisma da aorta abdominal, verificando se existe diferença entre homens e mulheres na mortalidade e morbidade cirúrgicas, bem como nos resultados a longo prazo. PACIENTES E MÉTODOS: Entre dezembro de 1983 e dezembro de 2003, 675 pacientes foram submetidos ao tratamento cirúrgico do aneurisma da aorta abdominal infra-renal, sendo divididos em dois grupos: homens (n = 575 e mulheres (n = 100. Os dados demográficos e aqueles relacionados ao procedimento cirúrgico, bem como os resultados perioperatórios, foram coletados pela revisão dos prontuários. Os pacientes com alta hospitalar formaram uma coorte retrospectiva, onde foram avaliadas as causas tardias de óbito e a sobrevida. RESULTADOS: A média das idades foi similar, sem diferença estatística entre mulheres e homens (68,9 ± 9,1 versus 67,4 ± 7,1 anos; P = 0,089. A presença de hipertensão arterial foi significativamente superior nas mulheres (73 versus 62,4%; P = 0,042, e a cardiopatia isquêmica e história de tabagismo foram mais freqüentes nos homens (P OBJECTIVE: To evaluate perioperative results in patients submitted to elective conventional open repair of abdominal aortic aneurysm, comparing the results between women and men in relation to perioperative mortality and morbidity, as well as long term outcomes. PATIENTES AND METHODS: Between December 1983 and December 2003, 675 patients were submitted to infrarenal abdominal aortic aneurysm repair. We divided these patients into two groups: men (n = 575 and women (n = 100. Demographic and operative data, as well as perioperative outcomes were obtained from chart review. Discharged patients formed a retrospective cohort, in which the late causes of death and survival were evaluated. RESULTS: The mean age was similar, but no statistical difference was observed between men and women (68.9 ± 9.1 versus. 67.4 ± 7.1 years; P = 0.089. The

  3. Experiências de mulheres sem filhos: a mulher singular no plural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luci Helena Baraldo Mansur

    Full Text Available Este é um estudo exploratório das dimensões atribuídas à não maternidade, baseado na experiência de oito mulheres sem filhos, na faixa entre 40/50 anos. Através da análise qualitativa das narrativas e de um enfoque psicossocial, busca compreender e ultrapassar a abordagem tradicional e estigmatizada da não maternidade e evidencia a complexidade dessa experiência moldada na intersecção entre história, cultura, sociedade, família e personalidade. A não maternidade emerge como uma experiência multifacetada e com significados diversos, não apenas para as diferentes mulheres entrevistadas mas também para cada uma individualmente, em função da perspectiva e do momento em que foi avaliada ao longo do tempo.

  4. Efeito da suplementação de creatina, associada ou não ao treinamento de força, sobre a peroxidação lipídica em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiano Robles Rodrigues ALVES

    2014-03-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da suplementação de creatina associada ou não ao treinamento de força sobre a peroxidação lipídica em mulheres idosas. Foi conduzido um estudo clínico, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, no qual mulheres idosas foram randomizadas para compor quatro grupos: 1 suplementação com placebo (PL; n = 10; 2 suplementação com creatina (CR; n = 10; 3 suplementação com placebo associado ao treinamento de força (PL+TR; n = 6; e 4 suplementação com creatina associado ao treinamento de força (CR+TR; n = 8. Antes (PRE e após 24 semanas (POS de intervenção, foram coletadas amostras de sangue para posterior análise das concentrações plasmáticas de hidroperóxidos lipídicos por espectrofotometria. Nenhuma diferença estatística foi observada na concentração de hidroperóxidos lipídicos entre os grupos (PL: PRE = 48,7 ± 36,9; POS = 29,3 ± 18,8; delta = -13,0 ± 26,8; CR: PRE = 51,0 ± 46,0; POS = 54,2 ± 51,6; delta = -8,6 ± 30,2; PL+TR: PRE = 33,0 ± 11,2; POS = 47,3 ± 31,6; Δ = 14,3 ± 39,2; CR+TR: PRE = 18,5 ± 10,1; POS = 28,1 ± 17,9; delta = 9,7 ± 16,4 pmol.mg-1 de proteína total; p = 0,17. A suplementação de creatina associada ou não ao treinamento de força não afetou a peroxidação lipídica, um importante marcador de estresse oxidativo no plasma, em mulheres idosas.

  5. Comportamento masculino diante da mulher com Síndrome Pré-Menstrual: narrativas de mulheres Comportamiento masculino delante de la mujer con Síndrome Premenstrual: narrativas de mujeres Male behavior in front of women with Premenstrual Syndrome: narratives of women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiza Akiko Komura Hoga

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as percepções de mulheres com Síndrome Pré-Menstrual a respeito do comportamento de seus parceiros diante delas. MÉTODOS: Pesquisa de abordagem qualitativa com desenvolvimento das cinco etapas do método de análise da narrativa para conhecer as representações a respeito dessa experiência. RESULTADOS: As experiências das 20 mulheres entrevistadas estão representadas nas categorias: Dificuldades para identificar a síndrome e adotar práticas de cuidado; Falta de conhecimento e sensibilidade dos homens e suas consequências sobre a relação entre o casal. CONCLUSÃO: Orientações sistematizadas sobre a Síndrome Pré-Menstrual devem ser fornecidas a todas as pessoas, em momento anterior à menarca, para evitar o surgimento de problemas decorrentes do desconhecimento da síndrome e suas consequências nas esferas pessoal, familiar e social das mulheres.OBJETIVO: Describir las percepciones de las mujeres con Síndrome Premenstrual a respecto del comportamiento de sus compañeros delante de ellas. MÉTODOS: Investigación de abordaje cualitativo con desarrollo de las cinco etapas, del método análisis de narrativa, para conocer las representaciones a respecto de esa experiencia. RESULTADOS: Las experiencias de las 20 mujeres entrevistadas están representadas en las categorías: Dificultades para identificar el síndrome y adoptar prácticas de cuidado; falta de conocimiento y de sensibilidad de los hombres y, sus consecuencias sobre la relación de la pareja. CONCLUSIÓN: Es necesario ofrecer orientaciones sistematizadas sobre el Síndrome Premenstrual a todas las personas, en un momento anterior a la menarca, para evitar el surgimiento de problemas provenientes del desconocimiento del síndrome y de sus consecuencias en las esferas personal, familiar y social de las mujeres.OBJECTIVE: To describe the perceptions of women with premenstrual syndrome regarding the behavior of their spouses in face of this event

  6. Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Bezerra da Silva Cruz

    2005-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP sua associação com transtorno mental comum (TMC nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questionário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20, para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS, para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa. RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75. As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03. CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP.PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD and its association with minor mental disorders (MMD among women attended in two (FHP PSF units

  7. Enfrentamento da AIDS entre mulheres infectadas em Fortaleza - CE Enfrentamento del SIDA entre mujeres infectadas en Fortaleza-CE How infected women in Fortaleza-CE cope with AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Maria de Lima Carvalho

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo objetivou apreender como as mulheres com aids enfrentam o cotidiano após o conhecimento do seu diagnóstico. Trata-se de estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa, utilizando a História Oral Temática para coleta e análise de dados. Foram entrevistadas dez mulheres com aids em um Hospital de referência em Fortaleza-CE, de dezembro de 2004 a março de 2005. Para coleta de dados utilizou-se roteiro semi-estruturado, cujos dados foram categorizados. Os resultados revelam diferentes formas de enfrentamentos relacionados à fragilidade da descoberta do diagnóstico, à necessidade de ocultar a infecção decorrente da discriminação e preconceito que vivenciam, e à constante percepção da morte; além de emitirem sentimentos, como vergonha, preocupação com a família, abandono, solidão, tristeza, medo da morte, ansiedade. Concluiu-se que, apesar de mais de duas décadas de epidemia, fica evidente as dificuldades enfrentadas pelas mulheres ao vivenciarem sua infecção.Este estudio tuvo como objetivo aprender cómo las mujeres con sida enfrentan el cotidiano después de conocer su diagnóstico. Se trata de un estudio exploratorio, descriptivo, con abordaje cualitativo, utilizando la Historia Oral Temática para la recolección y el análisis de los datos. Fueron entrevistadas diez mujeres con sida en un Hospital de referencia en Fortaleza-CE, de diciembre del 2004 a marzo del 2005. Para la recolección de los datos se utilizó una guía semi-estructurada, cuyos datos fueron categorizados. Los resultados revelan diferentes formas de enfrentamiento relacionados a la fragilidad del descubrimiento del diagnóstico, a la necesidad de ocultar la infección consecuente de la discriminación y prejuicios que vivencian, y a la constante percepción de la muerte; además de reflejar sentimientos, como vergüenza, preocupación con la familia, abandono, soledad, tristeza, miedo a la muerte, ansiedad. Se concluyó que, pese

  8. Aspectos da satisfação das mulheres com a assistência ao parto: contribuição para o debate Aspects of women's satisfaction with childbirth care in a maternity hospital in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Soares Madeira Domingues

    2004-01-01

    Full Text Available Este estudo tem por objetivo analisar os fatores que estiveram associados à satisfação das mulheres com a assistência ao parto normal na Maternidade Leila Diniz. Realizou-se um estudo com desenho transversal por meio de entrevista com puérperas de parto vaginal internadas no período de 1º a 30 de março de 1999. Para averiguar o grau de satisfação, foram utilizadas: (a uma escala para avaliação global do parto; (b a descrição das razões alegadas pelas mulheres para essa avaliação e (c análise de fatores associados à satisfação com o parto. O Qui-quadrado para teste de tendência, com nível de significância de 5%, foi utilizado para a análise dos resultados. Encontrou-se uma elevada satisfação com o parto (67%, sendo os principais determinantes da satisfação a rapidez do parto, o bom tratamento da equipe, o pouco sofrimento, o bom estado da mãe e do bebê, bem como a presença do acompanhante familiar. Verificou-se também associação dessa satisfação com a informação fornecida durante a assistência ao trabalho de parto e ao parto, e com a percepção positiva dos profissionais que forneceram essa assistência.The objective of this study was to evaluate factors associated with women's satisfaction with vaginal delivery at the Leila Diniz Maternity Hospital in Rio de Janeiro, Brazil. A cross-sectional study was conducted from March 1 to 30, 1999, using interviews with women who had undergone vaginal delivery. In order to analyze women's satisfaction, the following were used: (a a scale to evaluate overall satisfaction with the birthing process; (b description of the woman's reasons for this evaluation; and (c analysis of factors associated with the evaluation of childbirth satisfaction. Chi-square for trend with a 5% significance level was used to analyze the results. The results of the study showed high satisfaction with childbirth care (67%, determined mainly by short labor time, good treatment by staff, low

  9. Consequências da síndrome da tensão pré-menstrual na vida da mulher Consequencias de la sindrome de la tension pre-menstrual en la vida de la mujer The consequences of the syndrome of the pre-menstrual tension in the woman's life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clarice H. Muramatsu

    2001-09-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo identificar as possíveis conseqüências da Síndrome da Tensão Pré-Menstrual na vida da mulher. Através do questionário, identificamos distúrbios relacionados a alterações físicas, emocionais e, como consequências às alterações nos relacionamentos envolvendo filho, marido/ namorado e familiar, assim como no ambiente de trabalho.Este estudio tuvo como objetivo identificar las posibles consequencias de la sindrome de la tensión pre-menstrual en la vida de la mujer. Atraves de un questionário, identificamos disturbios relacionados con alteraciones físicas y emocionales que por vez danãn los relacionamentos envolviendo hijo, marido, enamorado y familiares, asi como en el ambiente de trabajo.This study has as objective to identify the possible consequences of the Syndrome of the Pré-menstrual Tension in the woman's life. Through the questionnaire, we identified disturb related to physical and emotional discomfort and as consequences the alterations in the relationships involving son, husband / boyfriend and family, as well as in the work atmosphere.

  10. Qual a classe, a cor e o gênero da justiça? Reflexões sobre as (impossibilidades de combate à violência doméstica e familiar contra as mulheres negras pelo Poder Judiciário brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatyane Guimarães Oliveira Oliveira

    2016-06-01

    Full Text Available Forçado a se pronunciar sobre problemas sociais antes ignorados, o Poder Judiciário tem sido desafiado a atuar na proteção de grupos historicamente excluídos e reconhecer a existência das desigualdades raciais, sociais, econômicas e de gênero. Neste contexto, o presente trabalho propõe lançar algumas reflexões sobre as (impossibilidades de combate à violência doméstica e familiar contra as mulheres negras por parte do Poder Judiciário Brasileiro, considerando os marcadores sociais de raça, gênero e classe e os dados apresentados no Mapa da Violência 2015 – Homicídio de Mulheres no Brasil. O mito da democracia racial ainda tem fortes impactos na invisibilidade da questão junto ao Sistema de Justiça e influencia consideravelmente a recusa deste em olhar de forma mais atenta para as mulheres negras no âmbito da violência doméstica e familiar.

  11. Conhecimento e expectativas de mulheres no pré-operatório da mastectomia Conocimiento y expectativas de las mujeres en el preoperatorio de mastectomía Knowledge and expectations of women in the preoperative mastectomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pricilla Cândido Alves

    2010-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de compreender o conhecimento, as preocupações e as expectativas de pacientes portadoras de câncer de mama em relação à mastectomia, entrevistou-se 11 mulheres internadas no pré-operatório da cirurgia, no Hospital das Clínicas de Fortaleza (CE, em dezembro de 2008. O método hermenêutico-dialético foi utilizado na análise dos discursos, sendo definidas três categorias temáticas: Conhecimento acerca da cirurgia, Sentimentos e expectativas em torno da mastectomia e a Retirada da mama. Constatou-se que a mulher passa por um pré-operatório estressante, com desconhecimento acerca da cirurgia, sente ansiedade e medo pelo que está por vir, além de sentimentos de pânico e choque diante da retirada da mama. Ressalta-se, portanto, a importância do papel educativo e do apoio emocional direcionados por toda a equipe que presta assistência a essas pacientes, de maneira a minimizar o drama que vivenciam.Con el objetivo de entender el conocimiento, las preocupaciones y expectativas de pacientes portadoras de cáncer de mama en relación a la mastectomía, fueron entrevistadas en el preoperatorio de la cirugía 11 mujeres internadas en el Hospital de Clínicas de Fortaleza-Ceará-Brasil, en el mes de diciembre de 2008. El método hermenéutico-dialéctico fue utilizado en el análisis de los discursos, definiéndose tres categorías temáticas: Conocimiento acerca de la cirugía, Sentimientos y expectativas en torno a la mastectomía y Extirpación mamaria. Se constató que la mujer pasa por un preoperatorio estresante, con desconocimiento al respecto de la cirugía, ansiedad y miedo de lo que está por venir, además de sentimientos de pánico y shock ante la extirpación de la mama. Se resalta, por lo tanto, la importancia del papel educativo y el apoyo emocional brindados por todo el equipo que atiende a tales pacientes, de manera tal de minimizar el drama que experimentan.The objective of this study was to understand the

  12. AVALIAÇÃO DA RESPOSTA GLICÊMICA EM MULHERES SAUDÁVEIS APÓS A INGESTÃO DE YACON (SMALLANTUS sonchifollius in natura, CULTIVADAS NO ESTADO DE SANTA CATARINA - BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. S. S. DA SILVA

    2008-12-01

    Full Text Available

    Este estudo objetivou avaliar a resposta glicêmica em mulheres saudáveis, após a ingestão de equivalentes de carboidratos (50 g procedentes da yacon, tomando-se como referência o pão branco. Os alimentos testes foram consumidos individualmente. A glicose foi medida nos períodos pré-prandial (glicemia basal e pósprandial (15, 30, 45, 60, 90, 120 minutos. O índice glicêmico foi determinado a partir dos valores médios obtidos de cálculos geométricos das áreas sob as curvas glicêmicas, sendo expressos como percentual da área média do alimento referência. Os resultados obtidos apontam para um baixo incremento das curvas glicêmicas, sendo os índices glicêmicos encontrados para yacon in natura cultivadas em diferentes regiões geográficas no estado de Santa Catarina: 30,5% e 33,8% respectivamente, relacionados ao pão branco que corresponde a 100% de incremento da curva glicêmica. Considerando a capacidade glicêmica apresentada pela raiz de yacon sugere-se que indivíduos portadores de diabetes possam acrescentar esse tipo de alimento em sua dieta normal sem riscos. Comparações estatísticas foram feitas por meio de procedimentos padronizados e mostraram que os valores dos índices glicêmicos encontrados para yacon in natura cultivadas em diferentes regiões geográficas no estado de Santa Catarina não diferiram estatisticamente entre si, mas todos os cultivos estudados apresentaram diferenças significativas quando comparados com o pão branco (p<0,05. Com base nesses resultados podemos dizer que o consumo da yacon deve se popularizar, uma vez que a raiz da yacon possui em sua composição 70% de açúcares não digeridos pelo trato gastrintestinal. Isto influenciou diretamente nos controles glicêmicos das

  13. Why do women not prefer much older men? a hypothesis based on alterations in male reproductive physiology related to increased age Por que mulheres não preferem homens muito mais velhos que elas? uma hipótese baseada em alterações da fisiologia reprodutiva masculina relacionadas ao aumento da idade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luísa Helena Pinheiro Spinelli

    2010-04-01

    Full Text Available Evolutionary Psychology studies suggest that women prefer slightly older or similarly aged partners, although to date few hypotheses have been put forth to explain this pattern of choice. Several recent studies have shown changes in male reproductive parameters as a result of increased age. In the current review of medical literature, we found evidence that much older men are more likely to be infertile, women with much older partners are more likely to experience problems during pregnancy, and children of much older men are more likely to have genetic abnormalities. Based on these findings, we suggest that reproducing with much older men does not represent the best reproductive option for women, which would explain the female preference for only slightly older or similarly-aged mates.Estudos de Psicologia Evolucionista sugerem que as mulheres preferem parceiros um pouco mais velhos ou de idade semelhante, embora apresentem, até agora, poucas hipóteses para explicar esse padrão de preferência. Recentemente, vários estudos têm demonstrado alterações nos parâmetros reprodutivos masculinos como resultado do aumento da idade. Em revisão da literatura médica atual, encontramos evidências de que homens muito mais velhos são mais susceptíveis de serem inférteis, mulheres com parceiros muito mais velhos são mais propensas a sofrer com problemas durante a gravidez e filhos de homens muito mais velhos são mais propensos a ter anomalias genéticas. Com base nestes resultados, sugerimos que reproduzir com homens muito mais velhos não representa a melhor opção reprodutiva para as mulheres, o que explicaria a preferência feminina por parceiros apenas um pouco mais velhos ou de mesma faixa etária.

  14. Violência doméstica sob o olhar das mulheres atendidas em um instituto médico legal: as possibilidades e os limites de enfrentamento da violência vivenciada

    OpenAIRE

    Angelina Lettiere

    2011-01-01

    A violência contra a mulher, no âmbito doméstico, é um problema relevante que afeta um número significante de mulheres, sendo um fenômeno de conflitos sociais, arraigados nas desigualdades de gêneros. No enfrentamento desse problema, o acolhimento das mulheres nos serviços de saúde, nos serviços sociais e de segurança pública e judicial ocorre de maneira fragmentada e pontual, o que não resulta em resposta adequada às suas necessidades. Nesta direção é que se buscou compreender como as mulher...

  15. EMPREENDEDORISMO FEMININO: MULHERES GERENTES DE EMPRESAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anna Beatriz Cautela Tvrzska de Gouvêa

    2008-09-01

    Full Text Available A realidade da mulher gestora da micro e pequena empresa desperta interesse pelo estudo do gênero feminino no ambiente destas organizações. Analisar as características, considerações e entendimentos de um grupo de mulheres, que participam de uma associação empresarial de comercio e indústria de Santa Catarina, Brasil, constituiu-se no objetivo deste estudo. A pesquisa exploratória, com método qualitativo, foi realizada por meio de entrevista estruturada, com análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que as gestoras apresentam idade entre 33 e 54 anos, na maioria casadas e com filhos, e com formação acadêmica de nível superior. A maioria trabalha mais de nove horas por dia. Participam, em média, com 50% do valor no orçamento familiar. Consideram-se, em sua maioria, mulheres de sucesso. Entendem como estratégia a necessidade de conhecimento acerca do negócio e a dedicação à empresa. Os resultados do estudo são semelhantes aos encontrados na literatura de empreendedorismo feminino.

  16. Risco da radiação ionizante em mulheres férteis submetidas à ablação por radiofrequência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Glotz de Lima

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Comissão Internacional de Radiologia indica rastreamento com teste de gravidez a todas pacientes do gênero feminino em período fértil que serão submetidas a exame radiológico. Sabe-se que a radiação é teratogênica e que seu efeito é cumulativo. O potencial teratogênico inicia-se com doses próximas às das utilizadas durante esses procedimentos. Não se sabe a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou à ablação por cateter em nosso meio. OBJETIVO: Avaliar a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes do gênero feminino encaminhadas para estudo eletrofisiológico e/ou ablação por radiofrequência. MÉTODOS: Estudo transversal com análise de 2.966 pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou ablação por cateter, de junho 1997 a fevereiro 2013, no Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Foram realizados 1.490 exames em mulheres sendo que, destas, 769 encontravam-se em idade fértil. Todas as pacientes foram rastreadas com teste de gravidez no dia anterior ao procedimento. RESULTADOS: Detectou-se positividade do teste em três pacientes, impossibilitando a realização do exame. Observou-se prevalência de 3,9 casos por 1.000 mulheres em idade fértil. CONCLUSÃO: Devido ao baixo custo e à segurança, indica-se a realização de teste de rastreamento para gravidez a todas pacientes em idade fértil, uma vez que o grau de radiação ionizante necessária nesse procedimento é muito próximo ao limiar de teratogenicidade, principalmente no primeiro trimestre, quando os sinais de gestação não são exuberantes.

  17. Largada pelo marido! O estigma vivido por mulheres em Tianguá-CE

    OpenAIRE

    Moreira, Virginia; Guedes, Dilcio

    2007-01-01

    Este artigo descreve um estudo sobre a vivência de rompimento do casamento de mulheres deixadas por seus maridos. Teve como objetivo compreender como mulheres de Tianguá - CE - Brasil vivenciavam a ruptura da relação, descrevendo os fatores reconhecidos como agentes do rompimento da relação amorosa. A partir da experiência vivida morando em Tianguá, nossa hipótese era que essas mulheres vivenciavam o rompimento como uma experiência estigmatizada de desestruturação de sua vida pessoal. Utiliza...

  18. Repercussões do câncer de mama na imagem corporal da mulher: uma revisão sistemática Breast cancer repercussion in female body image: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Rodrigues de Almeida

    2012-01-01

    Full Text Available Além de apresentar implicações inerentes a qualquer adoecimento, o câncer de mama feminino é também um dos cânceres mais temidos, por afetar não apenas o corpo anatômico, mas principalmente alguns aspectos psicossociais da paciente. Dentre estes, destaca-se sua imagem corporal. O presente trabalho teve como objetivo realizar uma revisão sistemática de artigos que abordaram a imagem corporal no câncer de mama, com descrição do conteúdo da produção encontrada. Para tanto, realizou-se uma revisão dos artigos publicados entre 2000 e 2010 em revistas científicas indexadas, por meio de busca nas bases de dados bibliográficos SciELO, PubMed, PePSIC e PsycINFO. Concluiu-se que o adoecimento por câncer da mama acaba por adoecer também a imagem corporal da mulher assistida, e que seu impacto varia conforme o tipo de procedimento cirúrgico escolhido, os tratamentos complementares adotados, a rede de apoio que cerca a paciente e suas características individuais. A alteração na imagem corporal tem múltiplas implicações na vida sexual e conjugal da mulher, afetando as relações com seu círculo social e consigo mesma, influenciando sua autoestima e seu sentimento de feminilidade e podendo levar a sintomas de ansiedade e depressão. Embora avanços tenham sido verificados no estudo da relação entre imagem corporal e câncer de mama, esta pesquisa aponta para a existência de um campo fértil de investigação sobre o tema, ainda pouco explorado.Besides presenting implications inherent to any illness, female breast cancer is also one of the most feared cancers, affecting not only the anatomic body, but mainly some psychosocial aspects of the patient and, among these, the body image is highlighted. This paper aimed to carry out a systematic review of papers that approached the body image in breast cancer, with the description of the content of the production. To do so, a review was carried out of papers published between 2000 and

  19. Trajetórias de vida: repercussões da maternidade adolescente na biografia de mulheres que viveram tal experiência Life paths: repercussions of adolescent motherhood on the biography of women who have lived this experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janine Raymundi Esteves

    2005-12-01

    Full Text Available Parte do conhecimento disponível na sociedade sobre gravidez adolescente retrata-a como acontecimento marcante que repercute, inevitável e negativamente, na vida da jovem mãe. O trabalho investigou de que formas a maternidade adolescente interferiu na construção da biografia de mulheres que viveram tal processo. Foram entrevistadas 20 mulheres adultas, 10 de classe média e 10 de famílias de baixa renda, que engravidaram antes de completarem 18 anos, e cujos primogênitos têm entre 9 e 15 anos. Cada entrevista foi sintetizada em estruturas nas quais são destacadas informações essenciais sobre: (a características socioeconômicas, culturais e familiares da entrevistada, de seu parceiro, e das respectivas famílias; (b repercussões da gravidez e arranjos subseqüentes; (c experiência da maternidade e interferências percebidas nos relacionamentos familiares e afetivos, nas atividades escolares e de lazer, e nos projetos de futuro; (d vida conjugal. Os dados mostram que ocorreram repercussões de diversas modalidades, que nem sempre foram negativas e limitantes. A maior ou menor magnitude das repercussões decorre, fundamentalmente, das condições de inserção socioeconômica das famílias da mãe adolescente e de seu parceiro, e do contexto em que essas diferentes condições de inclusão e exclusão social ocorrem.Part of the knowledge available on teenage pregnancy pictures it as a defining event which influences, inevitably and negatively, the life of the young mother. This work investigated in what forms adolescent maternity has interfered in the construction of the biography of women who have lived this process. Twenty adult women were interviewed, 10 of them coming from middle-class and 10 from low-income families, who got pregnant before turning 18, and whose first-born are between 9 and 15 years old. Each interview was condensed in structures in which specific essential information are highlighted: (a socio

  20. Efeitos da natação e do treinamento resistido na densidade mineral óssea de mulheres idosas Effects of swimming and resistance training on bone mineral density of older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Kemper

    2009-02-01

    Full Text Available Exercícios com impacto como caminhada, saltos, corridas e exercícios resistidos são muito utilizados para prevenção da perda óssea em idosas. No entanto, poucos são os estudos que relatam os efeitos da natação na manutenção da massa óssea em mulheres idosas. Portanto, o objetivo deste estudo foi comparar os efeitos da natação com o treinamento resistido na densidade mineral óssea (DMO de mulheres idosas. Vinte e três mulheres com idade média de 63,9 ± 6,49 anos foram divididas em dois grupos: 1 grupo natação (NAT, n = 13, que treinou em intensidade entre 60 e 90% da freqüência cardíaca de reserva; 2 grupo treinamento resistido (TR, n = 10, que treinou os principais grupamentos musculares com três séries a 80% de 1RM. Os dois grupos praticaram três vezes por semana com uma hora de duração para cada sessão, durante seis meses. A DMO do colo do fêmur e da coluna lombar (L2-L3-L4 foi mensurada através de DXA antes (T0 e após seis meses de treino (T6. Os resultados mostraram que as médias para a DMO lombar em T0 (0,9250 ± 0,1506g/cm² e T6 (0,9303 ± 0,1269g/cm² para o NAT e em T0 (0,9739 ± 0,1249g/cm² e T6 (0,9737 ± 0,1317g/cm² para o TR não foram diferentes quando comparadas intra ou intergrupos. De modo similar, não houve diferenças entre a DMO do colo do fêmur em T0 (0,7784 ± 0,1523g/cm² e T6 (0,7905 ± 0,1610g/cm² para o NAT e T0 (0,7546 ± 0,1360g/cm² e T6 (0,7522 ± 0,1421g/cm² para o TR. Os resultados deste estudo não demonstraram diferenças na DMO entre NAT e TR após seis meses de treino; e que tanto TR quanto NAT não produzem aumentos significativos na DMO de mulheres idosas nesse período.Impact exercises like walking, jumping, running and resistance exercises are largely used to prevent bone loss in older women; however, few studies report the benefits of swimming to bone tissue. Therefore, the purpose of this study was to compare the effects of swimming with resistance training on bone

  1. Freqüência da infecção pelo papilomavírus humano em mulheres com ectopia cervical Frequency of human papillomavirus infection in women with cervical ectopia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eddie Fernando Candido Murta

    1999-01-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: fatores como múltiplos parceiros sexuais, idade, início precoce da atividade sexual, fumo e uso de anticoncepcional oral (ACO têm sido relacionados com a maior incidência de infecção pelo papilomavírus humano (HPV. A presença de ectopia cervical também tem sido relacionada, embora com resultados contraditórios. O objetivo deste é analisar um grupo de mulheres com infecção pelo HPV e verificar a incidência de ectopia cervical. Métodos: foram estudadas 471 mulheres com diagnóstico de infecção pelo HPV por meio da citologia (critério de Schneider et al. e a relação com a ectopia cervical, uso de ACO e a sexarca. Resultado: dos 471 casos estudados, 182 (38,6% apresentavam ectopia. Das 182 pacientes com ectopia, 157 (86,3% tinham idade igual ou inferior a 30 anos, ao passo que 47,8% das pacientes sem ectopia pertenciam a esse grupo etário (pSUMMARY Purpose: the number of male sexual partners, age, precocious beginning of sexual activity, cigarette smoking and oral contraception were correlated with human papillomavirus (HPV infection, as were cervical ectopia, although with conflicting results. The objective is to analyze a group of women with HPV infection and to verify the incidence of cervical ectopia. Methods: we have studied 471 women with Papanicolaou smears suggesting HPV infection (Schneider et al.'s criteria and its relationship with cervical ectopia, beginning of sexual activity and the use of oral contraceptive. Results: of the total of cases, 182 (38.6% had ectopia. Of these, 157 (86.3% were 30 years old or less, compared to 47.8% of women without ectopia (p<0.001, chi² test. A percentage of 77.4 of cases with ectopia had the beginning of sexual activity before 18 years compared to 71.3% cases without ectopia. Among women with ectopia, 45.7% had taken the pill recently compared to 24.3% which had not (p<0.001, chi² test. Conclusions: it was concluded that the beginning of sexual activity was not

  2. Análise do índice de cobertura da mamografia em mulheres entre 50 e 69 anos, por nível de ensino, segundo unidade de federaçãodoi: 10.20513/2447-6595.2016v56n1p14-17

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica de Andrade Freitas

    2016-06-01

    Full Text Available Introdução: O câncer de mama é o mais incidente na população feminina brasileira e mundial, excetuando-se o câncer de pele não melanoma, sendo também, o que apresenta a maior mortalidade feminina. Objetivo: analisar a cobertura da mamografia segundo Unidade de Federação, em mulheres entre 50 e 69 anos, por nível de ensino. Metodologia: Esse estudo transversal analisou dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS, sobre a Pesquisa Nacional em Saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, no ano de 2013. Foram agrupadas as mulheres de 50 a 69 anos que realizaram o exame de mamografia a menos de dois anos, e subdivididas em quatro graus de escolaridade. Resultados: Verificou-se que os índices de cobertura do exame no Brasil (60,00% e em cada Estado da Federação, tais como, Maranhão (31,90%, Pará (34,80%, Ceará (41,10% e Distrito Federal (68,70%, encontram-se abaixo das recomendações da Organização Mundial de Saúde. Além disso, a cobertura aumenta à medida que cresce o grau de instrução dessas mulheres. Conclusão: Há uma distribuição heterogênea da cobertura de mamografia no Brasil e no Ceará, que se relaciona a diversos aspectos sociais, notadamente ao nível de escolaridade das mulheres.

  3. Midiatização da imagem de mulheres negras como protagonistas: Experiência de Interação de Brasileiras com Publicidades Contraintuitivas=Mediatization of the image of African-American women as protagonists: Experience of Interaction of Brazilian women with Contraintuitive Advertisements

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Leite

    2017-06-01

    Full Text Available Resumo: Este artigo apresenta uma proposta de explicação sobre os nexos de sentido que são produzidos quando da interação de mulheres brasileiras com narrativas publicitárias contraintuitivas que apresentam mulheres negras como protagonistas de seus discursos. É uma investigação qualitativa orientada pela interligação teórica das perspectivas do Interacionismo Simbólico e dos Estudos da Midiatização, com foco nas influências da mídia na (reelaboração das identidades sociais e no combate ao racismo, enquanto referencial teórico basilar e pela Grounded Theory Construtivista, como abordagem metodológica. O resultado desta pesquisa possibilitou a articulação do modelo teórico representativo “Experiências de interação de mulheres brasileiras com anúncios contraintuitivos” do qual neste artigo apresenta-se a categoria “A imagem da mulher negra em criações complexas e de representações extremas”. Abstract: This paper presents an explanation proposal about the meaning links that are produced when there is interaction of Brazilian women with counterintuitive advertisements, which show Afro-American women as protagonists of their discourses. It is a qualitative investigation oriented by the theoretical interconnection of perspectives of Symbolic Interactionism and Mediatization Studies focused on influences of the media in the (reelaboration of social identities, as basilar theoretical referential, and through the Constructivist Grounded Theory, as a methodological approach. The results of this research enabled the articulation of the representative theoretical model “Interaction experiences of brazilian women with counterintuitive advertisements”, from which this paper presents the category "The image of the Afro-American woman in complex creations and extreme representations".

  4. Qualidade de vida e síndrome metabólica em mulheres brasileiras: análise da correlação com a aptidão aeróbia e a força muscular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Gomes Teixeira

    2015-08-01

    Full Text Available A síndrome metabólica (SM é definida pela presença de, ao menos três, dentre cinco fatores de risco cardiovascular: hiperglicemia, resistência à insulina, obesidade, dislipidemia e pressão arterial elevada. Embora portadores de SM apresentem baixa aptidão física e pior qualidade de vida (QV, quando comparado aos indivíduos sem SM, ainda não foram investigadas as correlações entre a aptidão física e a QV em mulheres com SM. O objetivo do presente estudo foi comparar a QV, força muscular e aptdião aeróbia, bem como analisar a correlação entre a QV e a aptidão física de mulheres com e sem SM. Participaram do estudo 49 mulheres, 21 com SM (33.5 ± 9.1 anos e 28 sem SM (32.3 ± 7.9 anos. Para avaliação da QV, aptidão aeróbia e força muscular foram utilizados, respectivamente, o questionário Short Form Health Survey 36 (SF-36, o teste de caminhada de 6 minutos (6-C e o teste de preensão manual. As mulheres com SM apresentaram pior QV, percorreram menor distância no 6-C e obtiveram menor força muscular relativa. Foi observada correlação positiva entre a aptidão aeróbia e quatro domínios da QV: capacidade funcional, limitação por aspectos físicos, dor e aspectos sociais da funcionalidade. Mulheres com SM apresentam menor de força muscular e aptidão aeróbia, bem como piores escores de QV no estado de saúde geral, capacidade funcional, dor no corpo, limitação por aspectos emocionais, aspectos sociais da funcionalidade e limitação por aspectos físicos quando comparado com mulheres sem SM.

  5. Efeitos da radioiodoterapia nas gerações futuras de mulheres com carcinoma diferenciado de tireóide Radioiodine therapy effects on offspring of patients with differentiated thyroid carcinoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmen Dolores Gonçalves Brandão

    2004-02-01

    Full Text Available A radioiodoterapia tem conseguido desempenhar um papel significante no tratamento do carcinoma diferenciado de tireóide. A literatura é limitada em relação a possíveis efeitos secundários do 131I, embora o interesse tenha aumentado nesse campo. A importância de se saber mais sobre os efeitos mutagênicos da radiação em filhos de mães expostas ao 131I para tratamento do carcinoma diferenciado de tireóide é devida à possibilidade de ocorrência de abortos, anormalidades genéticas e aparecimento de malignidades nas crianças. Nesta revisão da literatura vários estudos têm demonstrado a segurança desse tipo de tratamento em mulheres na idade fértil, sendo apenas aconselhadas a evitar gravidez pelo período de, pelo menos, um ano após a administração da radioiodoterapia.Radioiodine therapy has attained a significant role in the treatment of differentiated thyroid cancer. The literature addressing possible secondary effects of 131I is limited, although there has been increasingly interest in this field. A more comprehensive understanding of the mutagenic effects of radiation on the offspring of women exposed to 131I is mandatory in view of the possibility of occurrence of miscarriages, congenital abnormalities and malignancies in these children. In this review, we found that many reports on safety of this type of treatment in female patients in reproductive age recommend that pregnancy should be avoided for at least one year after therapeutic administration of radioiodine.

  6. Desterritorialização e resistência tupiniquim: mulheres indígenas e o complexo agroindustrial da Aracruz Celulose

    OpenAIRE

    Gilsa Helena Barcellos

    2008-01-01

    A modernidade ocidental somada a outras formas de dominação (colonialismo, capitalismo, projeto hegemônico de desenvolvimento, neoliberalismo, globalização hegemônica) alteram profundamente a relação da humanidade com o ambiente e transformam a natureza em fonte inesgotável de matéria-prima. A ansiedade pelo controle da natureza e pelo acúmulo de riquezas tem destruído, ao longo da história, fontes de subsistência e sistemas culturais de diversas populações locais em países do Sul. Ao mesmo t...

  7. Confronto com a finitude: reformulações do sentido da vida em mulheres com câncer de mama

    OpenAIRE

    Almeida, Gabriela Franco de

    2016-01-01

    De acordo com Frankl, assim como o homem é constituído por dimensão biológica e psicológica, é formado pela dimensão espiritual. Define-se espiritualidade neste trabalho como a dimensão humana relacionada à busca de sentido da vida, e que vai além dos limites das crenças e rituais religiosos, envolvendo também a transcendência de aspectos materiais. A pergunta sobre o sentido da vida parece estar intimamente associada à finitude humana e a morte aparece como uma balizadora da e...

  8. Experiência da adesão ao tratamento entre mulheres com Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida Experiencia de la adhesión al tratamiento de mujeres con VIH/SIDA HIV/AIDS Treatment Regimens Adherence in Women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalva Aparecida Marques da Costa

    2009-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compreender a experiência da adesão ao tratamento para o Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida para a mulher. MÉTODOS: Estudo etnográfico, baseado no pensamento teórico interpretativista, com oito mulheres de um Grupo de Adesão em um hospital público. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas e observação participante de janeiro a dezembro 2007. RESULTADOS: Emergiram quatro categorias: enfrentamentos aos valores da experiência da adesão ao tratamento, a experiência singular na adesão ao tratamento, costumes e práticas na experiência da adesão, o cuidar nas relações interpessoais. CONCLUSÃO: As experiências relatadas pertencem à vida singular de cada informante; no entanto, o caminho para uma adesão efetiva fica translúcido nas narrativas. Partiram da realidade específica de suas vidas para ensinar o caminho para aqueles que desejam sair da sombras de um diagnóstico estigmatizante.OBJETIVO: Comprender la experiencia de la adhesión al tratamiento para el Virus de la Inmunodeficiencia Humana/ Síndrome de la Inmunodeficiencia Adquirida de mujeres. MÉTODOS: Se trata de un estudio etnográfico, basado en el pensamiento teórico interpretativo, realizado con ocho mujeres de un Grupo de Adhesión en un hospital público. Los datos fueron obtenidos por medio de entrevistas semi-estructuradas y observación participante en el período comprendido entre enero a diciembre del 2007. RESULTADOS: Emergieron cuatro categorías: enfrentando los valores de la experiencia de la adhesión al tratamiento, la experiencia singular en la adhesión al tratamiento, costumbres y prácticas en la experiencia de la adhesión y el cuidar en las relaciones interpersonales. CONCLUSIÓN: Las experiencias relatadas pertenecen a la vida singular de cada informante; no obstante, el camino para una adhesión efectiva se refleja en las narrativas. Partieron de la realidad espec

  9. Cotidianidade da mulher que tem HIV/AIDS: modo de ser diante da (impossibilidade de amamentar Cotidianidad de la mujer que tiene VIH/SIDA: modo de ser ante la (imposibilidad de amamantar The daily routine of women infected with HIV/AIDS: way of being in the face of the impossibility of breastfeeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Maris de Mello Padoin

    2010-03-01

    Full Text Available Investigação fenomenológica que objetivou compreender a cotidianidade da mulher infectada pelo vírus da imunodeficiência humana, diante da impossibilidade de amamentar. Desenvolveu-se entrevista com 12 mulheres, em um hospital universitário no sul do Brasil. Os depoimentos, analisados pelo método heideggeriano, revelaram que a mulher se mostra como ser-no-mundo e se mantém, predominantemente, na impessoalidade. Desvelou-se o modo de ser da de-cadência, expresso pela ocupação, falatório, curiosidade, ambigüidade e temor, além da inautenticidade do pacto de silêncio e do não dito. O cuidado solícito, mediado pela relação dialógica entre a mãe e o/a filho/a, entre a mulher e o/a profissional, mostrou a possibilidade do movimento da inautenticidade para a autenticidade. Recomenda-se, como estratégia assistencial, o encontro vivido e dialogado, mediado pela escuta, empatia e intersubjetividade, que se desenvolva a partir da compreensão do modo de ser do humano diante das impossibilidades da condição sorológica e na busca de desvelar suas possibilidades.Investigación fenomenológica que tuvo como objetivo comprender la cotidianidad de la mujer infectada por el virus de la inmunodeficiencia humana, ante la imposibilidad de amamantar. Se desarrolló una entrevista con 12 mujeres, en un hospital universitario en el sur de Brasil. Las declaraciones, analizadas por el método heideggeriano, revelaron que la mujer se muestra como ser-en-el-mundo y se mantiene, predominantemente, en la impersonalidad. Se desveló el modo de ser de la decadencia, expreso por la ocupación, por las habladurías, curiosidad, ambigüedad y temor, además de la inautenticidad del pacto de silencio y de lo no dicho. El cuidado solícito, mediado por la relación dialógica entre la madre y el/la hijo/a, entre la mujer y el/la profesional, mostró la posibilidad del movimiento de la inautenticidad para la autenticidad. Se recomienda, como estrategia

  10. Women's health education in undergraduate nursing courses La enseñanza en salud de la mujer a nivel de graduación en enfermería O ensino da saude da mulher em cursos de graduação em enfermagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neiva Gomes de Alencar

    2007-04-01

    Mujer es mas crítica por parte de los docentes, quienes por tener algo nivel académico favorecen al aprendizaje, el cual se da entre la transmisión y la construcción activa.Este artigo objetiva analisar o ensino da Saúde da Mulher nos Cursos de Enfermagem da cidade de São Paulo, caracterizando os docentes e os processos pedagógicos neles vivenciados. Aplicou-se questionário a 17 docentes responsáveis por este ensino. Observa-se boa qualificação docente e tempo de docência, predominantemente, superior a 05 anos. A maioria dos professores tem curso de formação docente e atuam em regime parcial ou hora-aula. A denominação "Assistência de Enfermagem à Saúde da Mulher" é a mais adotada nos cursos. Os processos pedagógicos mostram uma tendência de ampliação dos referenciais conceituais, mantendo-se a aula expositiva como a estratégia fundamental e, a prova escrita como instrumento avaliativo prioritário. O ensino da Saúde da Mulher apresenta, assim, incorporação de perspectiva mais crítica sobre saúde da mulher, contando com a participação de professores titulados e apresentando situações de aprendizagem que transitam entre a transmissão e a construção ativa.

  11. "Mulher-raça": a reprodução da nação em Gabriela Mistral "Race woman": reproducing the nation in Gabriela Mistral

    OpenAIRE

    Licia Fiol-Matta

    2005-01-01

    O artigo desmascara a posição pública assumida por Gabriela Mistral como defensora dos povos indígenas, argumentando que no âmbito privado sua posição foi absolutamente oposta a qualquer afirmação sexual pública não-normativa. A autora sugere três operações críticas para a leitura da obra de Mistral sobre o sujeito da "raça" latino-americana: a recusa da negritude (Mistral reage a ela com ansiedade, sexualização e patologização, ou seja, com atitudes brancas estereotipadas), a cumplicidade da...

  12. Mulher-raça”: a reprodução da nação em Gabriela Mistral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Licia Fiol-Matta

    2005-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000200002 O artigo desmascara a posição pública assumida por Gabriela Mistral como defensora dos povos indígenas, argumentando que no âmbito privado sua posição foi absolutamente oposta a qualquer afirmação sexual pública não-normativa. A autora sugere três operações críticas para a leitura da obra de Mistral sobre o sujeito da “raça” latino-americana: a recusa da negritude (Mistral reage a ela com ansiedade, sexualização e patologização, ou seja, com atitudes brancas estereotipadas, a cumplicidade da linguagem da diversidade com as práticas do pensamento supremacista branco (evidenciada em sua correspondência e o papel da queerness no nacionalismo racializado de Mistral (sua atitude queer acabou ajudando a aprimorar a heteronormatividade e o projeto racial latino-americanista.

  13. A questão da mulher e a Aids: novos olhares e novas tecnologias de prevenção The issue of the woman and Aids: new views and new technologies of prevention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarita Teresinha Alves Amaro

    2005-08-01

    Full Text Available A aids cresce em cifras no Brasil e no mundo. No mundo todo, cerca de 42 milhões de pessoas são soropositivas. Desde o início da década de 80 até setembro de 2003, foram notificados 277.154 casos de aids no Brasil. Atrás desses índices está uma triste realidade: a epidemia cresce 9 vezes mais entre as mulheres. São, no geral, jovens ou mulheres casadas ou que têm relacionamento fixo, sem comportamento promíscuo e que contraíram o vírus dentro de "casa". Junto à descoberta da contaminação pelo vírus, vem a dolorosa verdade da traição do parceiro, a implacável confirmação da fragilidade da relação conjugal vivida, mas principalmente, a morte do mito do amor ideal, guardado numa aliança ou numa união estável. Cada vez mais, vidas femininas são ceifadas assim, com essa história de amor incondicional relativo ao parceiro e total ausência de amor próprio. Devoção de um lado e negligência de outro. Mais do que uma suposta questão filosófica, antropológica ou ontológica, creio que, diante dos números apresentados, o baixo auto-cuidado feminino trata-se de um problema de saúde pública. Mas o que temos feito em termos de prevenção a Aids diante do segmento feminino e suas demandas? Na oportunidade deste relato, teceremos considerações sobre como nós, profissionais de saúde, podemos contribuir na gestão e desenvolvimento de novos programas e tecnologias de prevenção que alcancem o universo feminino e efetivamente desviem-no do comportamento de risco.HIV grows in numbers in Brazil and around the world. In the whole world, about 42 millions people are HIV positive. Since the beginning of the 80's until September of 2003, there were 277.154 cases of HIV confirmed in Brazil. Behind those rates there is a sad reality: the epidemy grows at a rate 9 times higher among women. They are, in general, youngsters or married women or women with stable relationships, without promiscuous behavior and that acquired the

  14. Estudo piloto dos efeitos da terapia hormonal sobre o tecido mamário normal de mulheres após a menopausa A pilot study of the effects of hormone therapy on normal breast tissue of postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Elias

    2006-11-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliou-se o tecido mamário de mulheres antes e depois de seis meses de terapia estroprogestativa combinada contínua (0,625 mg de estrogênios conjugados eqüinos associados a 2,5 mg de acetato de medroxiprogesterona. MÉTODOS: todas as pacientes foram avaliadas antes de se instituir o tratamento e consideradas aptas para este. Foram obtidos fragmentos de tecido mamário por meio de biópsia percutânea com agulha grossa (acoplada a um propulsor automático - "core-biópsia". O material foi fixado e os cortes corados por hematoxilina-eosina. Avaliou-se a densidade epitelial e o volume nuclear do epitélio mamário antes e após a terapia hormonal. Esses parâmetros morfométricos foram analisados graficamente com auxílio do programa Imagelab 2000 ®, após captura da imagem microscópica pelo sistema Vidcap 32. Esse programa permite que sejam selecionadas as áreas de interesse, possibilitando o cálculo de área, volume ou a relação da área ocupada entre diferentes estruturas. RESULTADOS: depois do uso da terapia, o volume nuclear nas mulheres em que o tratamento foi instituído em período mais tardio após a menopausa mostrou um aumento de cerca de 33% (de 103,6 para 138,1 µm³. A densidade epitelial não se modificou de forma significativa: o valor médio antes da terapia hormonal foi de 0,08 e após de 0,10. CONCLUSÕES: a terapia estroprogestativa combinada contínua empregada por seis meses induziu à alteração no volume nuclear das células epiteliais das mamas, sugerindo aumento de sua atividade metabólica. Provavelmente, esse evento precede outros que confirmariam o estímulo da proliferação celular por esses hormônios.PURPOSE: to analyze breast tissue of postmenopausal women before and after six months of continuous combined estrogen-progestin replacement therapy (0.625 mg conjugated equine estrogens associated with 2.5 mg medroxyprogesterone acetate. METHODS: all patients were evaluated before treatment and

  15. Trajetórias e estratégias de mulheres: um estudo conquistense Trayectorias y estrategias de mujeres: un estudio conquistense Business women, strategies and progress: a study in vitória da conquista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Almiralva Ferraz Gomes

    2009-03-01

    Full Text Available Diante de um contexto que exige posturas proativas dos gestores, esta pesquisa intentou conhecer as estratégias adotadas por mulheres empreendedoras na cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia. Ao longo do estudo buscou-se conhecer o seu comportamento estratégico, pois se entende que a sobrevivência dos empreendimentos, principalmente dos pequenos negócios, está relacionada à visão estratégica de seus empreendedores. A escolha de uma amostra feminina deve-se, essencialmente, ao fato de que a inserção da mulher no sistema produtivo constitui um fator privilegiado de análise das transformações que vêm ocorrendo com o feminino na modernidade. Além disso, o tema empreendedorismo feminino emerge como um assunto muito pouco estudado e carente de pesquisas não só teóricas como também empíricas. A análise dos dados coletados permitiu verificar que o comportamento estratégico predominante entre as empreendedoras, de acordo com a tipologia de Miles e Snow (1978, é o prospector.Frente a un contexto que exige posturas proactivas de los gestores, esta investigación intentó conocer las estrategias adoptadas por mujeres emprendedoras en la ciudad de Vitoria da Conquista, Región Suroeste de Bahía. A lo largo del estudio buscamos conocer su comportamiento estratégico, pues se entiende que la sobrevivencia, principalmente de los pequeños negocios, está relacionada a la visión estratégica de sus emprendedores. La elección de una muestra femenina se debe, esencialmente, al hecho de que la inclusión de la mujer en el sistema productivo constituye un factor privilegiado de análisis de las transformaciones que han ocurrido con lo femenino en la modernidad. Además de eso, el tema espíritu empresarial femenino surge como un tema muy poco estudiado y necesita investigaciones, no solo teóricas como también empíricas. El análisis de los datos colectados ha permitido verificar que el comportamiento estrat

  16. Experiências psíquicas de mulheres frequentadoras da rede pública de saúde em Teresina (PI, Brasil Psychic experiences of women attended at public health centers in Teresina (PI, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Célia Cavalcante

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é discutir os significados das experiências psíquicas de mulheres frequentadoras da rede pública de saúde em nível de Atenção Básica na cidade de Teresina, Piauí, Brasil. Realizou-se uma pesquisa qualitativa com o objetivo de compreender experiências emocionais, sociais, familiares, sexuais e laborais na perspectiva de mulheres usuárias da Saúde da Família em Teresina. Para a coleta de dados, utilizaram-se entrevista semiestruturada e observação não sistemática, realizadas na própria Unidade Municipal de Saúde. As informações coletadas desvelaram sofrimento psíquico intrínseco às experiências cotidianas, na relação familiar, em situações de traição, separação, desemprego, violência e vivência da sexualidade. Percebeu-se a importância de articular saúde mental com atenção básica, instituindo um diálogo profícuo, com vistas à proximidade entre equipes, famílias e comunidades, que certamente serão beneficiadas no enfrentamento de entraves do cotidiano, permeado por situações de violência, abuso, maus-tratos e negligência. Propõe-se preparar profissionais de saúde e implementar a interface entre Saúde da Família e atenção psicossocial, propiciando ação integral voltada ao sujeito integral.The scope of this article is to examine the findings of the psychic experiences of women attended at Primary Care level in public healthcare centers in Teresina, State of Piaui, Brazil. Qualitative research was conducted in order to assess emotional, social, family, sexual and workplace experiences from the standpoint of women who seek Family Healthcare services in Teresina. Semi-structured interviews and non-systematic observation carried out in the Municipal Health Unit itself were used to collect the data. The information gathered revealed psychic suffering that is intrinsic to everyday experiences, family relationships and situations involving betrayal, separation, unemployment

  17. "A multidão é louca, a multidão é mulher" : a demofobia oligárquico-federativa da Primeira República e o tema da mudança da capital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Edward Cyril Lynch

    2013-12-01

    Full Text Available Examina as expressões de demofobia da classe política da Primeira República, em faces das manifestações do povo carioca, relacionando-as à necessidade de mudar para o interior a sede do governo federal. A literatura demófoba produzida pelos liberais europeus contrários à democratização em seus países impregnou a orientação da classe política brasileira do período. Empenhados em construir uma federação oligárquica, viam a população do Rio de Janeiro como uma ameaça. Contra um subversivo povo-multidão de uma capital cosmopolita, artificial e estrangeirada, o federalismo oligárquico valorizava um ‘autêntico' povo brasileiro que remetia ao imaginário de uma população interiorana e ordeira.

  18. Sentidos da violência conjugal: análise do banco de dados de um serviço telefônico anônimo Senses of intimate violence: analysis of an anonymous telephone service database

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Concepcion Gandara Pazo

    2012-01-01

    Full Text Available Este artigo visa a identificar e analisar, no banco de dados resultante dos registros de um serviço telefônico anônimo de apoio e orientação nas áreas de direitos e violência contra a mulher, a atribuição de significados de suas usuárias em relação às experiências de violência conjugal, à luz, principalmente, da literatura feminista brasileira contemporânea. Este artigo alinha-se a um grupo de pesquisadoras que focaram a atenção em descrever e refletir sobre as representações femininas acerca da violência, salientando a não-universalidade da experiência feminina diante das agressões, valorizando aspectos singulares dessas agredidas. Destacam-se, na análise, os sentidos dados pelas mulheres às prolongadas hesitações frente ao expresso desejo de se separarem de cônjuges violentos. Os resultados corroboram pesquisas precedentes relativas à complexidade e morbidade do fenômeno, como também apontam para a necessidade da interseção de campos de pesquisa visando à ampliação de seu entendimento e de intervenções mais eficazes.This paper aims to identify and interprete, in the resultant database of the registers of an Anonymous Telephone Service of support and advisement in the areas of rights and violence against women, the perception and the attribution of meanings of their experiences of intimate violence mainly in the light of contemporary Brazilian feminist literature. This text is aligned to a group of investigators who focused the attention in describing and thinking about the feminine representations about the violence, pointing out the non-universality of the feminine experience in relation to aggressions, valuing singular aspects of the attacked women. In the data analysis the meanings women give to their prolonged hesitations against the expressed desire to separate themselves from their abusive spouses are highlighted. The results support previous researchs on the complexity and morbidity of the

  19. Cosmologia, crise e paradoxo: da imagem de homens e mulheres brancos na tradição Xamânica Kuna

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Severi Carlo

    2000-01-01

    Full Text Available Tomando como foco uma análise da iconografia ritual kuna, este artigo procura delinear uma teoria da memória social baseando-se tanto em imagens quanto em narrativas. A emergência do Espírito do Branco na iconografia xamânica kuna refere-se à longa série de conflitos violentos entre índios e brancos que marcam a história desse povo. Todavia, uma vez inseridas na tradição ritual, essas histórias do passado se fundem e condensam em imagens complexas. Dois processos parecem operantes na elaboração dessas imagens: um tende a obliterar o fato externo para inseri-lo em um quadro conceitual indígena (a cosmologia do mundo sobrenatural; o outro emprega as ambigüidades da cosmologia para representar um aspecto saliente dos recém-chegados. O resultado é um elaborado (e ritualmente poderoso "engrama" da tradição ritual, que passa a constituir uma parte significativa da memória social.

  20. A Lei Maria da Penha e a proteção legal à mulher vítima em São Borja no Rio Grande do Sul: da violência denunciada à violência silenciada Maria da Penha's Law and the legal protection to women who are victims in the city of São Borja (Rio Grande do Sul: from reported violence to violence silenced

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Acosta Carneiro

    2012-06-01

    Full Text Available O artigo socializa os resultados de uma pesquisa que problematizou os registros de ocorrências e inquéritos policiais, processos e sentenças judiciais dos crimes previstos na Lei n. 11.340/06, a Lei Maria da Penha, envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica, em São Borja no Rio Grande do Sul. Metodologicamente, caracterizou-se como exploratória-descritiva, privilegiando-se a Delegacia de Polícia Civil e o Fórum da Comarca desse município como campos de coleta de dados. Os resultados sugerem que, apesar dos avanços dessa lei, a mesma não tem sido eficaz na proteção de coibir a violência contra a mulher.The article presents the results of a study in which it was discussed the incident reports and police investigations, court processes and sentencing of crimes covered by Law 11.340/06, Maria da Penha's Law, that deal with women who are victims of domestic violence in the city of São Borja in Rio Grande do Sul. It was characterized as descriptive-exploratory methodologically, and it focused on the Police Department and the Civil Forum of the city as fields of data collection. Despite the advances of this Law, the results suggest that it has not been effective to prevent violence against women.

  1. "Mulher-raça": a reprodução da nação em Gabriela Mistral "Race woman": reproducing the nation in Gabriela Mistral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Licia Fiol-Matta

    2005-08-01

    Full Text Available O artigo desmascara a posição pública assumida por Gabriela Mistral como defensora dos povos indígenas, argumentando que no âmbito privado sua posição foi absolutamente oposta a qualquer afirmação sexual pública não-normativa. A autora sugere três operações críticas para a leitura da obra de Mistral sobre o sujeito da "raça" latino-americana: a recusa da negritude (Mistral reage a ela com ansiedade, sexualização e patologização, ou seja, com atitudes brancas estereotipadas, a cumplicidade da linguagem da diversidade com as práticas do pensamento supremacista branco (evidenciada em sua correspondência e o papel da queerness no nacionalismo racializado de Mistral (sua atitude queer acabou ajudando a aprimorar a heteronormatividade e o projeto racial latino-americanista.This article unmasks Gabriela Mistral's fiercely claimed public position, as the champion of the indigenous peoples of Latin America, by arguing that in her intimacy her position was absolutely opposed to any public nonnormative sexual stance. The author proposes three critical operations for the reading of Mistral's work, regarding the subject of the Latin American "race": the disavowal of blackness (Mistral responds to it with anxiety, sexualization, and pathologization, i.e., stereotypical white responses, the complicity of the language of diversity in the practices of white supremacist thinking (which is made clear in her correspondence, and the role played by Mistral's queerness in her racialized nationalism (her queerness helped improve heteronormativity and the Latin Americanist racial project.

  2. Estratégias de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres Estrategias de enfrentamiento femenino de la incontinencia urinaria Women's strategies for coping with urinary incontinence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Altino Delarmelindo

    2013-04-01

    Full Text Available Este artigo é parte de uma pesquisa qualitativa mais abrangente que utilizou como referencial teórico-metodológico a Grounded Theory e o Interacionismo Simbólico, resultando no modelo teórico denominado Entre o sofrimento e a esperança: a reabilitação da incontinência urinária como componente interveniente. Com a intenção de comunicar todo o conhecimento produzido, apresenta-se parte desse modelo, referente ao processo de enfrentamento da incontinência urinária por mulheres sem perspectivas de acesso ao tratamento cirúrgico, após falha dos procedimentos conservadores. Ao inter-relacionar os componentes (categorias e subcategorias relativos à experiência dessas mulheres, buscando compará-los e analisá-los para compreender a interação entre eles, notou-se vulnerabilidade moral e psicossocial no movimento da experiência do grupo, suscetibilizando-o a riscos à saúde e ao comprometimento da qualidade de vida. Pesquisas são necessárias para aprofundar a compreensão de experiências em que haja barreira ao tratamento cirúrgico por descrédito do profissional médico sobre sua efetividade.El artículo forma parte de una investigación cualitativa más abarcadora que utilizó como referencial teórico-metodológico la Grounded Theory y el Interaccionismo Simbólico, resultando en el modelo teórico denominado Entre el sufrimiento y la esperanza: la rehabilitación de la incontinencia urinaria como componente interviniente. Con intención de comunicar el conocimiento producido, se presenta parte de dicho modelo, referido al proceso de enfrentamiento de la incontinencia urinaria en mujeres sin perspectivas de acceso a tratamiento quirúrgico, habiendo fallado los procedimientos conservadores. Al interrelacionarse los componentes (categorías y subcategorías relativos a la experiencia de dichas mujeres, buscando compararlos y analizarlos para entender su interacción, se notó vulnerabilidad moral y psicosocial en el tr

  3. Respostas fisiológicas em mulheres adultas em protocolo padrão de movimentos de hidroginástica dentro e fora da água

    OpenAIRE

    Scarton, Alessandra Maria

    2008-01-01

    O envelhecimento humano é um processo inevitável que se dá ao longo da vida adulta. Embora seja um processo no qual ocorrem mudanças com momentos de desenvolvimento e declínios, é salientado como uma fase de muitas perdas. A vida adulta, precisa ser revista em todos os seus aspectos, dando ênfase à promoção e manutenção da saúde. A atividade física é considerada um fator imprescindível, que possibilita ganhos momentâneos e futuros à saúde, visando um envelhecimento bem-sucedido que correspond...

  4. Mulheres migrantes: senhoras de seu destino? : uma analise da migração interna feminina no Brasil: 1981/1991

    OpenAIRE

    Maria de Fatima Guedes Chaves

    2009-01-01

    Resumo: Baseado nas informações do Censo Demográfico de 1991, este trabalho tem como objetivo identificar algumas das especificidades da migração interna feminina no Brasil nos anos 1980. Apresenta um panorama detalhado dos deslocamentos femininos, por modalidade migratória para todas as Unidades da Federação, especialmente para aquelas que possuem áreas metropolitanas. As informações censitárias possibilitaram a construção de variáveis explicativas dos deslocamentos por estado conjugal e se...

  5. La violencia intrafamiliar, el uso de drogas en la pareja, desde la perspectiva de la mujer maltratada A violência intrafamiliar, o uso da droga no casal, desde a perspectiva da mulher maltratada The violence intrafamiliar, the use of drugs in the couple, from the mistreated woman's perspective

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa G. Vaiz Bonifaz

    2004-04-01

    .O presente estudio tem a finalidade de fazer visivel a violência que afeita as mulheres, tendo como elementos principais a atitude violenta do agresor por ingesta de álcool e drogas. Os objetivos do presente estudo são conhecer os significados que a mulher atribui a violência; reconhecer os diferentes fatores relacionados aocorrência da violência intrafamiliar e identificar como é o processo de consumo de drogas no casal. O tipo de estudo é exploratorio e descritivo, foi utilizada a metodologia qualitativa, o recorte empírico o constituiu seis mulheres que realizam a denuncia na Comisaria de mulheres de Lima. Os hallazgos mostram que o tempo deunião oscilo entre dois meses e dezoito anos, acontecendo o maltrato em quasi o tempo todo da uniao. Com respeito ao tipo de violência sofrida a de maior magnitude foi a violencia fisica, a violência psicologica foi menor e a violência sexual nao foi referida. O dineiro e a siume foram referidos como foucos desencadenantes das discussões, as que estao asociadas ao uso de álcool e droga no agressor. As categorias emergentes foram: O tipo de violência sofrida pelas mulheres, o contexto da violência, a repercusao da violência sofrida pela mulher na sua saude e a reação da violência sofrida por meio do reclamo. As principais conclusões que temos é que a violência contra as mulheres é evidenciada como um tema social e sanitario, com repercusoes na morbi-mortalidade e qualidade de vida das mulheres, no campo da saude, é necesario reconhecer as mulheres em situação de violência, considerar como fatores de risco para o casal o consumo de álcool e drogas, as mulheres ocultam por vergonha a problemática que vivem, o pessoal da saude é capaz de diagnosticar a violência em seus diferentes formas, expresadas por queixas e a dor crônica sem causas aparentes.The present study has the visibilizar purpose the violence that affects the women, having as main elements precipitants of the aggressor's violent attitude the

  6. Conseqüências do uso de métodos anticoncepcionais na vida das mulheres: o caso da laqueadura tubária Impact of contraceptive methods on women's lives: the case of tubal ligation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1999-09-01

    Full Text Available Investigaram-se as conseqüências da laqueadura tubária, a longo prazo, na vida de mulheres residentes em Campinas, São Paulo. Aplicando-se um questionário estruturado e pré-testado, entrevistaram-se mulheres de trinta a 49 anos de idade, 236 laqueadas há pelo menos cinco anos e o mesmo número de não laqueadas. Os grupos foram comparados quanto à sua satisfação com o método anticoncepcional em uso, aos benefícios e prejuízos a ele atribuídos, ao possível arrependimento e à percepção de seus efeitos sobre a saúde, corpo, menstruações, vida sexual, afetiva e familiar, trabalho, estudos, situação econômica e autovaloração. Criaram-se escores para comparar os grupos quanto a conhecimento sobre métodos anticoncepcionais, amor próprio/auto-estima/competência, bem-estar/qualidade de vida, relacionamento com o parceiro, questões de gênero. A satisfação com o método em uso foi significativamente maior entre as mulheres laqueadas, embora tenham sido as que mais referiram arrependimento. Estas também atribuíram mais freqüentemente ao método melhora na vida sexual e na situação econômica; por outro lado, relataram um efeito negativo sobre suas menstruações. Não se verificaram diferenças significativas quanto aos escores avaliados.This study focused on the long-term consequences of tubal ligation on women's lives. Women 30 to 49 years old living in Campinas, State of São Paulo (Brazil, were interviewed: 236 sterilized at least five years prior to the interview and 236 non-sterilized women. Their experiences with the currently used contraceptive methods were compared with regard to satisfaction, benefits, and damage attributed to the method, feelings of regret, and perception of effects on their health, body, menstruation, sex, affective and family life, job, studies, economic status, and self-esteem. Scores were created to compare the groups in relation to self-esteem, well-being/quality of life, relationship

  7. Autocuidado de mujeres en etapa de menopausia en Toluca, Mexico Autocuidado de mulheres na etapa da menopausa em Toluca, México Self care of women in the menopause stage in Toluca, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Dolores Martínez Garduño

    2008-03-01

    Full Text Available La mujer en etapa de menopausia está expuesta a factores de riesgo que disminuyen con prácticas de autocuidado. El objetivo fue identificar prácticas de autocuidado en la menopausia. Estudio cuantitativo, exploratorio, con muestra probabilística aleatoria simple, utilizando EPI INFO 2000, con 95% nivel de confianza, 5% máximo de error, con 354 mujeres. Se observó déficit de autocuidado principalmente en hábitos alimentarios, apreciándose sobrepeso y obesidad (27%; el ruido es el factor que interfiere con el sueño, el promedio de sueño fueron 5 a 7 horas; 40% no realiza ejercicio; 17.9% no realiza detección de cáncer cérvico uterino, 37.7% no practica autoexploración de mama, sin seguridad social 52.3%; asisten al médico solo cuando están enfermas. Las manifestaciones frecuentes en climaterio son sangrados irregulares, sofocos, cansancio y dislíbido. No existe suficiente información en este grupo de mujeres, reto que debe asumir la enfermera en su función de educación para la salud.A mulher na menopausa está exposta a fatores de risco que diminuem com o autocuidado. O objetivo foi identificar práticas de autocuidado na menopausa. Estudo quantitativo, exploratório, com mostra de probabilidade aleatória simples, utilizando EPI INFO 2000, com 95% limite de confiança, 5% máximo de erro, com 354 mulheres. Foi observado déficit de autocuidado principalmente em hábitos alimentares, notando sobrepeso e obesidade (27%; o ruído é o fator que interfere no sono, a média de sono foi de 5 a 7 horas; 40% não realiza exercício; 17,9% não realiza exame para câncer cervical uterino, 37,7% não pratica auto exame da mama, sem seguro social. 52,3% só procuram médico quando estão doentes. As manifestações freqüentes no climatério são sangramentos irregulares, sufoco, cansaço e falta de libido. Não existe informação suficiente neste grupo de mulheres, sendo a enfermeira quem deve assumir a função de educadora de sa

  8. Efeitos cardiovasculares da abstinência do fumo no repouso e durante o exercício submáximo em mulheres jovens fumantes Cardiovascular effects of smoking abstinence at rest and during submaximal exercise in young female smokers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Demilto Yamaguchi da Pureza

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito da abstinência do fumo nas respostas cardiovasculares ao exercício físico progressivo submáximo em mulheres sedentárias fumantes. MÉTODOS: A pressão arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD e a freqüência cardíaca (FC foram medidas de forma não invasiva em mulheres jovens não fumantes (MNF, n = 7 e fumantes (MF, n = 7, sem e com abstinência do fumo por 24 horas, em repouso, durante a realização do teste submáximo em bicicleta ergométrica e na recuperação. RESULTADOS: Em repouso, a PAD e a FC foram maiores nas MF (76 ± 1mmHg e 86 ± 5bpm quando comparadas com as MNF (68 ± 2mmHg e 72 ± 2bpm. Após 24 horas sem o tabaco essas medidas foram normalizadas. Durante o exercício, a PAS e a FC aumentaram nos grupos estudados. A PAD foi maior nas MF (~15% em relação às MNF em todos os estágios do exercício. Na situação de abstinência, a PAD aumentou somente no último estágio de exercício. Na recuperação tanto a PAD quanto a FC foram maiores nas MF, na situação basal e com abstinência de 24h, quando comparadas as MNF. CONCLUSÃO: Estes resultados demonstram que mulheres jovens fumantes apresentam prejuízo em parâmetros hemodinâmicos em repouso e em resposta ao exercício submáximo, os quais, podem ser em parte revertidos pela abstinência em curto prazo do uso do tabaco.OBJECTIVE: The objective of the present study was to verify the effect of tobacco smoking abstinence on cardiovascular responses to progressive submaximal physical exercise in sedentary female smokers. METHODS: Systolic blood pressure (SBP, diastolic blood pressure (DBP and heart rate (HR were non-invasively measured in young non-smoking women (NSW, n = 7 and smoking women (SW, n = 7, with and without tobacco abstinence for 24 hours, at rest, during the accomplishment of a submaximal bicycle ergometric test and recovery period. RESULTS: At rest, DBP and HR were higher in the SW group

  9. Estudo de variáveis demográficas, ocupacionais e co-carcinogenéticas no carcinoma espinocelular da base de língua nas mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amorim Filho Francisco S.

    2003-01-01

    Full Text Available Avaliar a relação entre carcinógenos e o carcinoma espinocelular no sexo feminino. FORMA DE ESTUDO: Retrospectivo não randomizado. OBJETIVO: Determinar a relação entre carcinógenos (álcool e fumo e o carcinoma espinocelular no sexo feminino na base da língua. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 31 pacientes do sexo feminino realizado no Departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Otorrinolaringologia do Hospital Heliópolis, Hosphel, São Paulo (1977 a 2000. Foram analisados variáveis como etnia, idade, profissão, tabagismo, etilismo, queixa principal, o intervalo de tempo entre o início da queixa e a procura do médico e o estadiamento clínico. Quanto ao tratamento estatístico, foram utilizados os Testes de Kappa e o de Mc Nemar. RESULTADOS: Houve predomínio da raça branca (58,1% sobre a negra (35,5% e a amarela (6,4%, bem como da 6feminine décadade vida; sendo profissionais do lar (83,9% trabalhadoras na agricultura 6,4%. Indústria (3,2%, comércio e liberais (3,2%. Houve mais consumo isolado do tabagismo (48,4%, ambos (45,2% e nenhum (6,4%. Quanto à sintomatologia, odinofagia (48,4%, nódulo no pescoço (19,3%, disfagia (12,9%; otalgia (9,7%, ferida na língua (6,4% e rouquidão (3,2%. Quanto ao estadiamento, T3-4 (74,1%, T1-2 (25,8%, N0 (29,0%, N1(29,0%, N2-3 (42,0%. CONCLUSÕES: O carcinoma espinocelular em mulheres predominou na 6feminine década, na raça branca, tendo como principais sintomas odinofagia e linfonodo cervical metastático. Houve predomínio do tabagismo sobre o etilismo, em paciente T3-4, sendo que a maioria já portador de metástase linfonodal à 1feminine consulta.

  10. Experiências de mulheres sem filhos: a mulher singular no plural

    OpenAIRE

    Mansur,Luci Helena Baraldo

    2003-01-01

    Este é um estudo exploratório das dimensões atribuídas à não maternidade, baseado na experiência de oito mulheres sem filhos, na faixa entre 40/50 anos. Através da análise qualitativa das narrativas e de um enfoque psicossocial, busca compreender e ultrapassar a abordagem tradicional e estigmatizada da não maternidade e evidencia a complexidade dessa experiência moldada na intersecção entre história, cultura, sociedade, família e personalidade. A não maternidade emerge como uma experiência mu...

  11. As repercussões corporais vivenciadas pela mulher com câncer de mama decorrentes do tratamento quimioterápico: uma análise à luz da Teoria de Sister Callista Roy

    OpenAIRE

    Marcela Dutra da Silva

    2013-01-01

    O câncer de mama constitui-se no câncer mais frequente na população feminina mundial e brasileira. A quimioterapia antineoplásica encontra-se entre as formas de tratamento mais temidas pela mulher à medida que experimenta efeitos colaterais agressivos. O estudo tem como objetivos: identificar as repercussões corporais decorrentes do tratamento quimioterápico que são reconhecidas pelas mulheres; descrever os mecanismos de enfrentamento que a mulher com câncer de mama utiliza para lidar com ess...

  12. Incontinência urinária em mulheres: razões da não procura por tratamento Incontinencia urinaria en mujeres: razones para no buscar tratamiento Urinary incontinence in women: reasons for not seeking treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia da Silva

    2009-03-01

    Full Text Available O objetivo principal foi verificar as razões da não procura pelo tratamento da incontinência urinária (IU entre mulheres incontinentes, usuárias de uma Unidade Básica de Saúde em Campinas, SP. Trata-se de um estudo descritivo e transversal, no qual foram abordadas 213 mulheres que compareceram ao serviço para realizar o exame de citologia oncótica, sendo incluídas apenas 35 que eram incontinentes. Utilizaram-se três questionários: o ICIQ-SF, o King's Health Questionnaire e um instrumento elaborado para esse estudo. Grande parte dos sujeitos (45,7% não conhecia nenhuma forma de tratamento para a IU e mais da metade (65,7% não buscou tratamento para o problema, sendo as principais razões apontadas o fato de achar normal a perda de urina, não considerá-la algo importante e a questão do médico dizer que não era necessário. Conclui-se que o desconhecimento sobre os tipos de tratamento pode contribuir para não procurarem ajuda profissional.El objetivo principal fue verificar las razones de no buscar tratamiento para la incontinencia urinaria (IU entre mujeres incontinentes, usuarias de una Unidad Básica de Salud en Campinas, SP. Se trata de un estudio descriptivo y transversal, en el cual fueron abordadas 213 mujeres que comparecieron al servicio para realizar el examen de citología oncótica, siendo incluidas apenas 35 que eran incontinentes. Se utilizaron tres cuestionarios: el ICIQ-SF, el King´s Health Questionnaire y un instrumento elaborado para este estudio. Gran parte de los sujetos (45,7% no conocía ninguna forma de tratamiento para la IU y más de la mitad (65,7% no buscó tratamiento para el problema; siendo las principales razones apuntadas, el hecho de encontrar normal la pérdida de orina, no considerarla algo importante y la afirmación del médico de que no era necesario. Se concluye que el desconocimiento sobre los tipos de tratamiento puede contribuir para no buscar ayuda profesional.The main purpose of this

  13. Efeitos de 24 semanas de treinamento resistido sobre índices da aptidão aeróbia de mulheres idosas Effects of 24 weeks of resistance training on aerobic fitness indexes of older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Guido

    2010-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: O consumo de oxigênio pico (VO2pico e o limiar anaeróbio (LA são amplamente aceitos como importantes medidas da aptidão aeróbia. Tradicionalmente, o treinamento aeróbio é visto como o principal meio de se aumentar esses índices. Em contrapartida, o treinamento resistido (TR não é tipicamente prescrito para este fim. Em indivíduos idosos, tem sido sugerido que o TR é capaz de aprimorar a capacidade aeróbia; entretanto, a temática é controversa. O objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos do treinamento resistido sobre índices da capacidade aeróbia de mulheres idosas. METODOLOGIA: Participaram voluntariamente 50 idosas, as quais foram distribuídas em dois possíveis grupos: grupo controle (GC - n = 25; idade média 68,00 ± 6,38 e grupo treinamento (GT - n = 25; idade média 68,04 ± 6,78 anos. Todas as participantes realizaram teste ergoespirométrico em esteira conduzido até a exaustão voluntária antes e após a intervenção. O GT foi submetido a um programa de TR para os principais grupos musculares três vezes por semana durante um período de 24 semanas. Ao GC foi solicitado que mantivessem suas rotinas habituais. Split plot Anova foi utilizada para verificar possíveis diferenças intra e intergrupos. RESULTADOS: Foi observado que o GT apresentou aumento significativo nas variáveis tempo de teste e VO2, tanto no momento do LA como no momento da exaustão. No GC nenhuma das variáveis dependentes sofreu alteração significativa. CONCLUSÃO: Conclui-se que 24 semanas de TR é capaz de promover melhora no desempenho durante teste de esforço cardiopulmonar em uma amostra de mulheres idosas. Futuros estudos serão importantes para elucidar os mecanismos responsáveis por tais adaptações.INTRODUCTION AND OBJECTIVES: Peak oxygen uptake (VO2 peak and anaerobic threshold (AT have been widely accepted as important predictors of aerobic fitness. Traditionally, aerobic training is viewed as

  14. Percepções sobre qualidade de serviços que atendem à saúde da mulher Perceptions on the quality of services relating to women's healthcare

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Santiago Maia

    2011-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é identificar as características relacionadas à qualidade em serviços que atendem à saúde da mulher na perspectiva de profissionais de vigilância sanitária (Visa e de coordenadores de saúde da mulher (CSM de municípios. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, efetuado por meio de entrevistas semiestruturadas. Foram selecionadas três capitais brasileiras e entrevistados três sujeitos de cada capital - um responsável e um técnico da área de Visa em serviços de saúde e um CSM. A análise das entrevistas foi realizada pela técnica de análise de conteúdo, organizando as respostas em categorias temáticas baseadas no modelo de avaliação dos serviços de saúde de Donabedian: estrutura, processos e resultados. Os técnicos de Visa relataram com maior frequência aspectos relacionados à estrutura dos serviços de saúde, como equipamentos e recursos humanos qualificados. Os responsáveis pela Visa citaram aspectos relacionados à estrutura e aos processos como priorização no atendimento. Os CSM abordaram as três categorias, com destaque para os processos. As entrevistas apontam para um possível prejuízo na avaliação por resultados. O estudo reforça a necessidade de atuação conjunta entre os setores de vigilância e assistência, a fim de promover a qualidade nos serviços.The scope of this work is to identify the characteristics relating to the quality of women's healthcare services from the perspective of the sanitary vigilance professionals (Visa and women's healthcare coordinators (CSM in the municipalities. It is a study with a qualitative approach that was carried out using semi-structured interviews. Three Brazilian state capitals were selected and three individuals in each capital were interviewed, namely a Visa healthcare service chief, as well as a technician, and a CSM coordinator. The content analysis technique was adopted to organize the data and the answers were grouped into

  15. A influência da comorbidade com transtornos alimentares na apresentação de mulheres dependentes de substâncias psicoativas The impact of eating disorders as a comorbidity on psychoactive drug-dependent women seeking care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Brasiliano

    2006-01-01

    Full Text Available A associação entre transtornos alimentares e dependência de substâncias é freqüente na prática clínica. Apesar de já existirem dados sugestivos de que essa associação possa sinalizar maior severidade nos distúrbios psiquiátricos e clínicos das pacientes, poucas pesquisas avaliaram sua influência no tratamento. Oitenta mulheres dependentes de álcool e drogas que procuraram tratamento em um programa exclusivo para mulheres foram avaliadas por meio da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV (SCID, do ASI, e de um questionário padronizado para a coleta de dados sociodemográficos e relativos ao uso de substâncias psicoativas. As 27 (33,75% pacientes que tinham transtornos alimentares presentes (grupo com TA foram comparadas com as 53 (66,25% que não tinham essa comorbidade (grupo sem TA. Os resultados mostraram que o grupo com TA teve problemas com drogas de maneira mais precoce, era significativamente mais jovem e tinha maior severidade no uso destas que o grupo sem TA. As diferenças encontradas, bem como a alta prevalência dos transtornos alimentares não formais, enfatizam a importância de uma avaliação detalhada dos transtornos alimentares em pacientes dependentes de substâncias psicoativas que buscam tratamento. A fim de planejar abordagens terapêuticas efetivas, essas diferenças e, principalmente, a influência da comorbidade entre transtornos alimentares e dependência de substâncias psicoativas no tratamento da dependência química precisam ser investigadas no futuro.The co-occurrence of eating disorders and substance use disorders is frequent in clinical settings. Although there are some data suggesting that this co-occurrence may signal greater psychiatric disturbances and greater medical risks, few studies have evaluated its impact on treatment course. Eighty drug dependent women who had sought treatment in a substance use gender-responsive program were assessed with the Structured Clinical Interview for

  16. Does health status explain gender dissimilarity in healthcare use among older adults? Estado de saúde explica a disparidade entre mulheres e homens idosos no uso da assistência?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandhi Maria Barreto

    2006-02-01

    Full Text Available This study investigates the extent to which gender dissimilarity in healthcare use in later life is explained by variation in health and social-economic statuses. It is based on a nationwide sample in Brazil of 12,757 men and 16,186 women aged 60+ years. Individuals with great difficulties or unable to perform at least one daily living activity and/or to walk 100m were classified as "established disability". Those who had interrupted their activities in the previous 15 days because of a health problem were regarded as "temporarily disabled". The remaining we classified as "healthy". These categories were analyzed by multinomial logistic regression, taking "healthy" as the reference category. Prevalences of established disability were 6% among men and 11% among women. Temporary disabilities were 7.9% and 10.1%, respectively. Poor health status was associated with increased use of healthcare among men and women, but men and women differed significantly in relation to use pattern after adjustment for age, health status, and income. Older women were greater consumers of outpatient services and older men of inpatient care.O presente trabalho investiga diferenciais de gênero na condição de saúde de idosos e examina se desigualdades de gênero na utilização de serviços de saúde são explicadas pela condição de saúde ou sócio-econômica dos mesmos. Foram estudados 12.725 homens e 16.186 mulheres com 60+ anos, participantes da PNAD 1998. Idosos com grande dificuldade/incapazes de realizar uma/mais atividades da vida diária e/ou andar mais de 100m foram classificados como incapacitados, aqueles que interromperam atividades nos últimos 15 dias por problemas de saúde, como temporariamente incapacitados, e demais, como saudáveis. Utilizou-se regressão logística multinomial (referência: indivíduos saudáveis. A prevalência de homens e mulheres incapacitados foi 6% e 11%, temporariamente incapacitados, 7,9% e 10,1% respectivamente. Pior

  17. Indicadores de gênero da assistência de enfermagem às mulheres Indicadores de género de la asistencia a las mujeres Gender indicators of nursing care for women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enilda Rosendo do Nascimento

    2004-10-01

    Full Text Available O texto apresenta um estudo realizado em uma unidade assistencial de saúde de Salvador/ Bahia, com o propósito de construir indicadores de qualidade para a assistência de enfermagem a partir de uma perspectiva de gênero. A construção dos indicadores deu-se através de uma investigação que analisou as concepções de mulheres sobre a assistência pré-natal de enfermagem a elas prestadas, a partir da identificação de ações promotoras de autonomia, dignificação e participação. A coleta de dados realizou-se através de entrevista semi-estruturada a 14 mulheres usuárias da assistência pré-natal de enfermagem que aceitaram participar do estudo e tinham sido atendidas por uma enfermeira em gravidez (es anterior (es ou durante a gravidez atual. Foram construídos dois tipos de indicadores de gênero da assistência de enfermagem: indicadores práticos e indicadores estratégicos de gênero.El texto presenta un estudio realizado en una unidad asistencial de salud de Salvador/Bahia, con el propósito de construir indicadores de calidad para la asistencia de enfermería a partir de una perspectiva del género. La construcción de los indicadores se llevó a cabo a través de una investigación que analizó las concepciones de mujeres a cerca de la asistencia prenatal de enfermería a ellas dada, a contar de la identificación de acciones promotoras de autonomía, dignificación y participación. La coleta de dados se realizó a partir de la entrevista semiestructurada a 14 mujeres usuarias de la asistencia prenatal de enfermería que aceptaron participar del estudio y a quienes atendió una enfermera en embarazo(s anterior(es o durante el embarazo actual. Se adoptaron dos tipos de indicadores de género de la asistencia de enfermería: indicadores prácticos e indicadores estratégicos de género.This text presents a study carried out at a healthcare unit in Salvador/Bahia, with the purpose of building quality indicators for nursing

  18. Mulheres no pos-aborto : a experiencia de atendimento no CAISM-UNICAMP

    OpenAIRE

    Lilian Mery Olivera Saforas

    1997-01-01

    Resumo: Resumo: A discussão sobre o aborto e sua legalidade não tem enfatizado, o suficiente, a questão dos riscos de vida para a mulher que pratica o aborto e as seqüelas do pós-aborto. Assim que, este trabalho tenta contribuir para a discussão desta problemática social e de saúde, bem como com o significado do aborto para as mulheres de Campinas, atendidas no Centro de Atendimento Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da UNICAMP. Este centro é uma unidade hospitalar que atende as complicações...

  19. Corpos de mulheres em (re)vista

    OpenAIRE

    Freitas, Patricia de

    2005-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História. Através da análise de artigos que circularam na Revista de Ginecologia e d' Obstetrícia entre os anos de 1907-1978, foi possível observar como um grupo de médicos representou experiências exclusivamente femininas, como a menopausa, além de apreender a construção de dois campos de conhecimento sobre a mulher na medicina no Brasil. Os artigos apresentados ...

  20. Uma realidade em preto e branco: as mulheres vítimas de violência doméstica

    OpenAIRE

    Silva, Carla da

    2011-01-01

    Uma realidade em preto e branco: as mulheres vítimas de violência doméstica, tem por objetivo analisar e compreender a repercussão das ações desenvolvidas nos serviços de atenção ONG SOS Ação Mulher e Família e Centro de Referência e Apoio à Mulher CEAMO, na dinâmica de vida da mulher vítima de violência doméstica. Pelos capítulos, traçou-se um breve histórico sobre a história das mulheres na sociedade patriarcal, foram delineados conceitos e a questão da violência doméstica contra a mulher...

  1. Efeitos da associação estro-androgênica em mulheres na pós-menopausa Effects of the association of estrogen and androgen in postmenopausal women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Justino Mameri Filho

    2005-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar os efeitos da associação de estrogênios e androgênios sobre a qualidade de vida e a sexualidade de mulheres durante o climatério. MÉTODOS: foram incluídas 96 pacientes com sintomas vasomotores e disfunção sexual na pós-menopausa. As mulheres foram aleatoriamente divididas em três grupos de tratamento com 32 pacientes cada: placebo, estrogênios conjugados eqüinos (0,625 mg por dia e associação de estrogênios conjugados eqüinos (0,625 mg por dia e de metiltestosterona (2,5 mg por dia. O tratamento foi realizado por três meses. A avaliação da qualidade de vida e da sexualidade foi realizada por entrevista usando o Questionário de Saúde da Mulher (QSM e o Questionário Simplificado sobre Sexualidade, antes e após o tratamento. Alguns parâmetros do risco cardiovascular, o eco endometrial e a toxidade hepática foram avaliados. Para análise dos dados aplicou-se o teste ANOVA, seguido pelo teste post hoc de Fisher e teste de Shapiro-Wilk. RESULTADOS: houve melhora nos parâmetros do QSM nos grupos que receberam estrogenioterapia isolada e associada ao androgênio em comparação ao grupo placebo. Entretanto, não houve diferença entre os três grupos em relação às questões referentes aos sintomas somáticos. A associação estro-androgênica foi superior ao estrogênio isolado nas questões relacionadas com função sexual (média da pontuação: 64 vs 67; pPURPOSE: to evaluate the effects of the association of estrogen and androgen on the quality of life and sexuality of women during climacterium. METHODS: ninety-six postmenopausal women with vasomotor symptoms and sexual dysfunction were included. The participants were randomly divided into three treatment groups with 32 pacients each: placebo, conjugated equine estrogens (CEE (0.625 mg per day and CEE (0.625 mg per day associated with methyltestosterone (2.5 mg per day. The length of the treatment period was three months. The Women Health Questionnaire

  2. Em cena: empoderamento de mulheres diretoras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores Cardoso Frazão

    2014-12-01

    Full Text Available A pesquisa situa-se entre os estudos feministas e a história da educação. A questão inicial trata de: como se constitui a mulher diretora que se empodera? A partir dessa questão, analisa-se este processo, em que se conhece o cotidiano destas pessoas e identifica-se a relação entre seus saberes e poderes, para, em seguida, compreender o entrelaçamento entre a territorialidade e o empoderamento político, social e psicológico das diretoras. A pesquisa abrangeu o período de 2007/2009, em seis escolas da Rede Municipal de Paço do Lumiar, localidade distante 28 quilômetros de São Luís, capital do Estado do Maranhão. Esta Rede possui quarenta e sete escolas, das quais quarenta e quatro são dirigidas por mulheres, sete destas foram nossas informantes, tendo uma sido exonerada e reconduzida ao cargo. Assim, questiona-se como alguns sujeitos percebem o poder e o trabalho das diretoras. Para tanto, realizou-se entrevista com o secretário adjunto de educação deste município e colheu-se quatorze depoimentos de sujeitos das escolas que acompanharam o trabalho das informantes mencionadas, o que possibilitou ampliar a compreensão acerca do objeto de estudo. O caminho para entender o processo de empoderamento é a trajetória profissional destas mulheres, utilizando entrevistas semiestruturadas, instrumento pertinente à metodologia da História Oral, cujo enfoque tem possibilitado dar voz, sobretudo, às minorias culturais e discriminadas como as mulheres. A pesquisa traz contribuições teóricas internacionais de Bourdieu (1996, 1997, 2004, 2005, 2006, Perrot (1998, Deere e León (2002; contribuições nacionais de Costa (1998, Freire (1987, 1992, 1996, Haesbaert (2005, 2006, 2007, por fim, as locais de Ferreira (2007, Motta (2003, Trovão (1994. Com isso, entende-se que o empoderamento implica abandonar as imagens de mulheres como eternas vítimas que impregnam nossa memória ou como supermulheres, que não dão boas manchetes. Ao falar

  3. A soberania patriarcal: o sistema de justiça criminal no tratamento da violência sexual contra a mulher Vera Regina Pereira de Andrade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Regina Pereira de Andrade

    2005-07-01

    Full Text Available O texto aborda, sob o marco teórico da Criminologia desenvolvida com base no paradigma do controle social, particularmentea Criminologia crítica e feminista, o funcionamento do sistema de justiça criminal relativamente à violência sexual contra amulher (particularmente o estupro apontando para a soberania do patriarcado e a duplicação da violência que ele arrasta consigo, e para a necessidade de inclusão e co-responsabilizaçãode todos nós, como co-partícipes institucionais ou simbólicos do controle social e penal, na ultrapassagem da mecânicada violência, concebida em sua dimensão estrutural, institucional e intersubjetiva. This paper points out, under a theoretical important moment of Criminology, developed based on social control paradigm, mainly the critical and feminist Criminology, the operation of criminal justice system regarding sexual violence against woman (especially rape, observing patriarchate sovereignty and anincrease of violence that it has inside itself,as well as to the inclusion need and coresponsibilityof everyone, as institutional or symbolic partner from social and penal control, on overcoming the violencemechanics, created in your structural,institutional and intersubjective dimension.

  4. 'Amáveis patrícias': o Mentor das Brasileiras e a construção da identidade da mulher liberal na província de Minas Gerais (1829-1832 'Amiable patrician': the Mentor das Brasileiras and the construction of the liberal woman identity in Minas Gerais (1829-1832

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wlamir Silva

    2008-06-01

    Full Text Available O Mentor das Brasileiras foi um periódico voltado para o público feminino da província brasileira de Minas Gerais, no contexto de ampliação do espaço público e expansão da imprensa periódica de fins do Primeiro Reinado e início do período regencial (1829-1832. O periódico interagiu com um público feminino de certa importância social e instrução, no contexto de uma pedagogia liberal-moderada, e, dentro desses limites, propiciou-lhe argumentos emancipatórios e uma incipiente aproximação da esfera pública, e construiu uma identidade da mulher liberal.The Mentor of the Brazilians was a periodic come back toward the feminine public of the Brazilian province of Minas Gerais, in the context of magnifying of the public space and expansion of the periodic press of ends of the First Reign and beginning of the regencial period (1829-1832. That periodic interacted with a feminine public of certain social importance and instruction, in the context of a liberal-moderate pedagogy, and, inside of these limits, propitiated emancipator arguments to it, an incipient approach of the public sphere and constructed an identity of the liberal woman.

  5. Percepções do acompanhante de escolha da mulher acerca da organização e ambiência do centro obstétrico Perceptions from the delivering women’s chosen companion concerning the obstetrics ward organization and ambience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Demarche Frutuoso

    2017-04-01

    Full Text Available Objetivo: pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, que objetivou conhecer as percepções do acompanhante sobre a organização e a ambiência do centro obstétrico, e identificar quais aspectos facilitam e dificultam sua permanência. Método: os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, realizadas de novembro/2010 a maio/2011, em uma maternidade pública de Santa Catarina, com 16 acompanhantes de escolha da mulher. Resultados: a partir da análise dos dados, utilizando-se o Discurso do Sujeito Coletivo, emergiram quatro temas: orientações sobre as normas e rotinas recebidas pelo acompanhante antes de entrar no centro obstétrico; ambiência do centro obstétrico; aspectos que facilitaram a permanência do acompanhante no centro obstétrico; e aspectos que dificultaram. Conclusão: apesar de algumas dificuldades enfrentadas, especialmente decorrentes da falta de orientação e da acomodação inapropriada para o acompanhante, de maneira geral, elas não se tornaram obstáculos para a permanência junto à parturiente. Descritores: Parto Humanizado; Organização e Administração; Enfermagem Obstétrica.

  6. Alocação de tempo em trabalho pelas mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian dos Santos Queiroz

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Este artigo investiga a alocação de horas de trabalho pelas mulheres brasileiras usando dados da PNAD de 2011. Para tanto, são utilizadas duas estratégias empíricas: modelos heckit e double hurdle, que permitem a estimação conjunta da participação da mulher na força de trabalho e quantidade de horas de trabalho. Os principais resultados indicam que o ciclo de vida, como casamento, maternidade e construção da família reduzem a oferta de trabalho das mulheres. Entretanto, a educação, condição de chefe de família e acesso a creches colaboram para aumentar a inserção feminina no mercado de trabalho. Já a renda do esposo apresenta efeito negativo sobre a decisão de trabalho da mulher. Portanto, para estimular a entrada das mulheres no mercado de trabalho, as políticas públicas devem ser formuladas visando aumentar o investimento em educação da mulher e ampliar a oferta de creches como forma de dar suporte ao cuidado das crianças na primeira infância.

  7. A violência contra a mulher na perspectiva de policiais militares: espaço para a promoção da saúde = The violence against women from the perspective of police officers: a gap to health promotion

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisa Signori

    2007-01-01

    Full Text Available Trata-se de uma pesquisa qualitativa desenvolvida na cidade de Concórdia, Estado de Santa Catarina, com 10 policiais militares e com o objetivo de analisar a concepção de violência contra a mulher na perspectiva dos mesmos. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada e analisados com a técnica do Discurso doSujeito Coletivo – DSC. Os discursos expressam os motivos da violência, a concepção dos policiais sobre ela e por que a mulher não denuncia o agressor. O álcool é apontado como o principal motivo da violência, bem como a cultura machista e o descumprimento dasobrigações femininas pela mulher. A análise revela que a mulher não denuncia a violência sofrida principalmente por dependência financeira, medo de sofrer nova violência, vergonha e esperança que o companheiro mude de atitude. Família e violência ainda permanecemcomo questões de âmbito privado.This qualitative research was developed at Concórdia, state of Santa Catarina, Brazil, with 10 police officers. It aimed to analyze the conception of violence against women from their perspective. The data was collected through a semi-structured interview and analyzed with the Collective Subject Speech technique – DSC. The speeches expressed the reasons of violence, the participants’ conception of it and why women do not denounce the aggressor. The alcohol, the male chauvinist culture and the non-execution of female obligations were pointed out as reasons to violence. Data analysis revealed that women do not denounce mainly because of financial dependence, fear of suffering more violence, for being ashamed and for hope in the partners’ change of attitude. Family and violence still remain considered as private issues.

  8. Mudando o foco: um estudo exploratório sobre uso de drogas e violência no trabalho entre mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro, Brasil Cambiando el foco: un estudio exploratorio acerca del uso de drogas y violência en el trabalho de mujeres de las classes populares de Rio de Janeiro, Brasil Changing the focus: an exploratory study of drug use and worplace violence among women of popular classes in Rio de Janeiro, Brazil

    OpenAIRE

    Helena Maria Scherlowski Leal David; Catherine Caufield

    2005-01-01

    Este é um estudo exploratório para o mapeamento de fatores envolvidos na relação entre uso de drogas lícitas e ilícitas e violência no trabalho, em um grupo de mulheres das classes populares da cidade do Rio de Janeiro. Para este estudo foi utilizada uma abordagem quantitativa descritiva e analítica, e também abordagem qualitativa a partir de entrevistas aprofundadas com mulheres que sofrem ou haviam sofrido situações de violência no trabalho, utilizando a metodologia do Discurso do Sujeito C...

  9. Raça e desigualdade entre as mulheres: um exemplo no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olinto Maria Teresa Anselmo

    2000-01-01

    Full Text Available Através de dados epidemiológicos este estudo pretende evidenciar as proporções sócio-econômicas das distinções criadas pelo "racismo contemporizador" da sociedade brasileira. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 2.779 mulheres, de 15 a 49 anos vivendo em uma cidade no sul do Brasil. As mulheres negras e pardas apresentaram menor escolaridade, renda familiar, piores condições de moradia do que as mulheres brancas. Ao mesmo tempo, usavam menos métodos contraceptivos, tinham mais filhos e apresentavam maior perda fetal do que as mulheres brancas. Chama a atenção que praticamente todos esses resultados apresentaram tendência linear entre as categorias, isto é, à medida que havia um "escurecimento" da pele, piores ficavam as condições sócio-econômicas das mulheres. Também foi observado que as mulheres negras eram mais separadas, divorciadas ou viúvas, evidenciando mais um aspecto de pauperização das mulheres negras, principalmente pelo limitado acesso dessas ao mercado de trabalho. Os resultados deste estudo demostram que as relações raciais entre as mulheres são uma problemática que deve permear a discussão sobre cidadania no Brasil.

  10. Raça e desigualdade entre as mulheres: um exemplo no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Anselmo Olinto

    2000-12-01

    Full Text Available Através de dados epidemiológicos este estudo pretende evidenciar as proporções sócio-econômicas das distinções criadas pelo "racismo contemporizador" da sociedade brasileira. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 2.779 mulheres, de 15 a 49 anos vivendo em uma cidade no sul do Brasil. As mulheres negras e pardas apresentaram menor escolaridade, renda familiar, piores condições de moradia do que as mulheres brancas. Ao mesmo tempo, usavam menos métodos contraceptivos, tinham mais filhos e apresentavam maior perda fetal do que as mulheres brancas. Chama a atenção que praticamente todos esses resultados apresentaram tendência linear entre as categorias, isto é, à medida que ha