WorldWideScience

Sample records for coronariana aguda em

  1. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  2. Sistema computacional de auxílio ao diagnóstico em síndromes coronarianas agudas

    OpenAIRE

    2011-01-01

    As síndromes coronarianas agudas são responsáveis por uma elevada taxa de mortalidade no Brasil e no Mundo. As falhas diagnósticas, principalmente quando o paciente é atendido em serviços de pronto socorro, por clínicos gerais, certamente contribuem para esse quadro, embora amenizadas pelos sistemas cardiológicos de tele-medicina. Entretanto, muitos serviços de emergência não têm acesso a esses sistemas e, além disso, possuem uma limitada capacidade diagnóstica em casos de coronariopatia agud...

  3. Síndrome coronariana aguda em paciente jovem com sintomas atípicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Daher

    2012-08-01

    Full Text Available O diagnóstico da dor torácica aguda no setor de emergência pode ser difícil e desafiador, incluindo diversos diagnósticos diferenciais, dentre eles: causas benignas a causas potencialmente fatais. O diagnóstico na maioria das vezesé estabelecido através do quadro clínico e de exames complementares como: marcadores de necrose miocárdica, eletrocardiograma e radiografia de tórax.A angiotomografia coronariana tem sido utilizada nos casos de dor torácica aguda com baixa ou intermediária probabilidade de síndrome coronariana aguda, permitindo sua exclusão e conseqüente alta precoce dos pacientes. Apresentamosrelato de caso de uma paciente jovem com dor precordial atípica e marcadores de necrose miocárdica discretamente elevados. Considerando-se a epidemiologia e o quadro clínico da paciente, foi feita hipótese diagnóstica inicial de miocardite. A angiotomografia cardíaca com pesquisa de realce tardiofoi solicitada. Apesar do escore de cálcio ter sido zero, foi diagnosticada lesão estenosante grave no terço médio da artéria coronária descendente anterior com realce tardio na parede anterior do ventrículo esquerdo, compatível comnecrose miocárdica. A paciente foi submetida a cateterismo com angioplastia da lesão.

  4. Manejo de alterações glicêmicas em pacientes com síndrome coronariana aguda: programa educativo para enfermeiros

    OpenAIRE

    Flavia Fernanda Franco

    2013-01-01

    A pesquisa, de natureza qualitativa, teve como objetivos implementar e avaliar uma intervenção educativa para enfermeiros voltada ao reconhecimento precoce e manejo das alterações glicêmicas em pacientes com diagnóstico de síndrome coronariana aguda e identificar o número de inclusões de pacientes ao protocolo hospitalar de tratamento das alterações glicêmicas antes e após intervenção educativa aplicada aos Enfermeiros. Foi realizada em duas Etapas. A Etapa Um (De Investigação) consistiu na i...

  5. Escore Prognóstico para Síndrome Coronariana Aguda em Hospital Terciário Privado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Renato Romano

    2014-04-01

    Full Text Available Fundamento: Os modelos prognósticos disponíveis para Síndrome Coronariana Aguda (SCA podem ter limitações de performance, por terem sido elaborados há vários anos, ou problemas de aplicabilidade. Objetivos: Elaborar escores para predição de eventos desfavoráveis em 30 dias e 6 meses, em pacientes com SCA, com ou sem Supradesnivelamento de ST (SST, atendida em hospital privado terciário. Métodos: Coorte prospectiva de pacientes consecutivos com SCA admitidos entre agosto/2009 a junho/2012. O desfecho primário composto foi a ocorrência de óbito, infarto ou reinfarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC, parada cardiorrespiratória e sangramento maior. As variáveis preditoras foram selecionadas de dados clínicos, laboratoriais, eletrocardiográficos e da terapêutica. O modelo final foi obtido por meio de regressão logística e submetido a validação interna, utilizando-se bootstraping. Resultados: Incluímos 760 pacientes, 132 com SCA com SST e 628 sem SST. A idade média foi 63,2 ± 11,7 anos, sendo 583 homens (76,7%. O modelo final para eventos em 30 dias contém cinco preditores: idade ≥ 70 anos, antecedente de neoplasia, Fração de Ejeção do Ventrículo Esquerdo (FEVE 12,4 ng/mL e trombólise. Na validação interna, o modelo mostrou ter boa performance com área sob a curva de 0,71.Os preditores do modelo para 6 meses são: antecedente de neoplasia, FEVE 14,3 ng/mL, creatinina > 1,2 mg/dL, antecedente de doença pulmonar obstrutiva crônica e hemoglobina < 13,5 g/dL. Na validação interna, o modelo apresentou boa performance com área sob a curva de 0,69. Conclusões: Desenvolvemos escores de fácil utilização e boa performance para predição de eventos adversos em 30 dias e 6 meses em pacientes com SCA.

  6. O escore de risco de sangramento como preditor de mortalidade em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ocorrência de sangramento aumenta a mortalidade intra-hospitalar em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCAs, e há uma boa correlação entre os escores de risco de sangramento e a incidência de eventos hemorrágicos. No entanto, o papel dos escores de risco de sangramento como fatores preditivos de mortalidade é pouco estudado. OBJETIVO: Analisar o papel do escore de risco de sangramento como fator preditivo de mortalidade intra-hospitalar numa coorte de pacientes com SCA tratados num centro terciário de cardiologia. MÉTODOS: Dos 1.655 pacientes com SCA (547 com SCA com supra de ST e 1.118 com SCA sem supra de ST, calculou-se o escore de risco de sangramento ACUITY/HORIZONS prospectivamente em 249 pacientes e retrospectivamente nos demais 1.416. Informações sobre mortalidade e complicações hemorrágicas também foram obtidas. RESULTADOS: A idade média da população estudada foi 64,3 ± 12,6 anos e o escore de risco de sangramento médio foi 18 ± 7,7. A correlação entre sangramento e mortalidade foi altamente significativa (p < 0,001; OR = 5,29, assim como a correlação entre escore de sangramento e hemorragia intra-hospitalar (p < 0,001; OR = 1,058, e entre escore de sangramento e mortalidade intra-hospitalar (OR ajustado = 1,121, p < 0,001, área sob a curva ROC 0,753; p < 0,001. O OR ajustado e a área sob a curva ROC para a população com SCA com supra de ST foram 1,046 (p = 0,046 e 0,686 ± 0,040 (p < 0,001, respectivamente, e para SCA sem supra de ST foram 1,150 (p < 0,001 e 0,769 ± 0,036 (p < 0,001, respectivamente. CONCLUSÃO: O escore de risco de sangramento é um fator preditivo muito útil e altamente confiável para mortalidade intra-hospitalar em uma grande variedade de pacientes com SCAs, especialmente aqueles com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supra de ST.

  7. Custo-efetividade de fondaparinux em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda sem supradesnivelamento do ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Pepe

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso combinado de agentes antitrombínicos, antiplaquetários e estratégias invasivas na síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do ST (SCAsSST reduz eventos cardiovasculares. O fondaparinux demonstrou equivalência à enoxaparina na redução de eventos cardiovasculares, porém com menor índice de sangramento nos pacientes que usaram fondaparinux. OBJETIVO: Avaliar o custo-efetividade de fondaparinux versus enoxaparina em pacientes com SCAsSST no Brasil a partir da perspectiva econômica do Sistema Único de Saúde (SUS. MÉTODOS: Um modelo de decisão analítico foi construído para calcular os custos e consequências resultantes dos tratamentos comparados. Os parâmetros do modelo foram obtidos do estudo OASIS-5 (N = 20.078 pacientes com SCAsSST randomizados para fondaparinux ou enoxaparina. O desfecho avaliado foi um composto de eventos cardiovasculares (isto é, morte, infarto agudo do miocárdio, isquemia refratária e sangramentos graves nos dias 9, 30 e 180 pós-SCAsSST. Foram avaliados todos os custos diretos de tratamento e eventos relacionados à SCAsSST. O ano da análise foi 2010 e os custos foram descritos em reais (R$. RESULTADOS: No dia 9, o custo de tratamento por paciente foi R$ 2.768 para fondaparinux e R$ 2.852 para enoxaparina. Aproximadamente 80% do custo total foram associados a tratamentos invasivos. Os custos com medicamentos representaram 10% do custo total. As taxas combinadas de eventos cardiovasculares e de sangramentos maiores foram 7,3% e 9,0% para fondaparinux e enoxaparina, respectivamente. Análises de sensibilidade confirmaram os resultados iniciais do modelo. CONCLUSÃO: O fondaparinux para tratamento de pacientes com SCAsSST é superior à enoxaparina em termos de prevenção de novos eventos cardiovasculares com menor custo. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0

  8. Adiponectina sérica e risco cardiometabólico em pacientes com síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Bernardes de Figueiredo Oliveira

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O tecido adiposo representa não somente uma fonte de energia estocável, mas principalmente um órgão endócrino que secreta várias citoquinas. A adiponectina, uma nova proteína semelhante ao colágeno, foi descoberta como uma citoquina específica do adipócito e um promissor marcador de risco cardiovascular. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os níveis séricos da adiponectina e o risco para a ocorrência de eventos cardiovasculares, em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA, e as correlações entre adiponectina e os biomarcadores metabólicos, inflamatórios e miocárdicos. MÉTODOS: Foram recrutados 114 pacientes com SCA, com seguimento médio de 1,13 ano para avaliação de desfechos clínicos. Modelos de regressão de risco proporcional de Cox com penalização de Firth foram construídos para determinar a associação independente entre adiponectina e o risco subsequente dos desfechos primário (composto de óbito cardiovascular/IAM não fatal/AVE não fatal e coprimário (composto de óbito cardiovascular/ IAM não fatal/AVE não fatal/re-hospitalização requerendo revascularização. RESULTADOS: Houve correlações diretas e significantes entre adiponectina e idade, HDL-colesterol e BNP, e inversas e significantes entre adiponectina e circunferência abdominal, peso corporal, índice de massa corporal, índice HOMA, triglicerídeos e insulina. A adiponectina foi associada a maior risco para os desfechos primário e coprimário (HR ajustado 1,08 e 1,07/incremento de 1.000, respectivamente, p = 0,01 e p = 0,02. CONCLUSÃO: Em pacientes com SCA, a adiponectina sérica foi preditor de risco independente para eventos cardiovasculares. De modo adicional às correlações antropométricas e metabólicas, a adiponectina mostrou correlação significante com BNP.

  9. Valor prognóstico da glicemia de jejum em pacientes idosos com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriane Monserrat Ramos

    2012-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O exame da glicose plasmática de jejum (GPJ é preditor de complicações após Síndrome Coronariana Aguda (SCA. No entanto, seu valor prognóstico ainda não está plenamente estabelecido em diferentes faixas etárias. OBJETIVO: Avaliar o papel da glicose plasmática de jejum (GPJ como preditor de evolução, 30 dias após a SCA, e comparar a associação da hiperglicemia com eventos cardiovasculares maiores (ECM: óbito, reinfarto e revascularização, em dois diferentes grupos etários ( 65 anos de idade. MÉTODOS: Coorte contemporânea de pacientes hospitalizados por SCA no Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul (região sul do Brasil. Nas primeiras 24 horas de internação, os pacientes responderam a um questionário com informações clínicas e foram coletadas amostras de sangue periférico para a medição da GPJ. Os pacientes foram acompanhados durante a internação e por 30 dias para verificar a presença de ECM. A análise estatística foi realizada utilizando o SPSS 15.0 com o teste do qui-quadrado ou Exato de Fisher (variáveis categóricas e o teste t de Student (variáveis numéricas. Análise multivariável foi utilizada para definir preditores independentes. RESULTADOS: 580 pacientes foram incluídos no estudo. A idade média foi 61,2 (± 12,3 anos, com 38,6% dos pacientes (224 com >65 anos de idade, sendo que 67,7% (393 eram do sexo masculino. A análise multivariada mostrou que, após 30 dias de acompanhamento, apenas a GPJ (OR = 1,01, 95% CI: 1,00-1,01, P = 0,001 esteve associada à ECM nas duas faixas etárias. CONCLUSÃO: A GPJ na internação foi preditor independente de ECM na fase precoce da SCA.

  10. Registro de síndrome coronariana aguda em um centro de emergências em cardiologia Acute coronary syndrome registry at a cardiology emergency center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2006-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características de pacientes (P com suspeita clínica de síndrome coronariana aguda (SCA, identificando-se o tratamento médico e a mortalidade hospitalar. MÉTODOS: Avaliamos 860 pacientes com SCA de janeiro a dezembro de 2003. Analisamos características basais, modalidade de apresentação da SCA, medicamentos durante a internação, indicação de tratamento clínico ou de revascularização miocárdica (RM e mortalidade hospitalar. RESULTADOS: Foram 503 (58,3% pacientes do sexo masculino, com média de idade de 62,6 anos (±11,9. O diagnóstico na alta hospitalar foi de infarto agudo do miocárdio (IAM com supradesnivelamento do segmento ST (SST em 78 (9,1%, IAM sem SST em 238 (27,7%, angina instável (AI em 516 (60%, manifestação atípica da SCA (síncope ou dispnéia em dois (0,2% e dor torácica não cardíaca em 26 (3%. Foram medicados com betabloqueador em 87,9%, AAS em 95,9%, anti-trombínico em 89,9%, nitroglicerina EV em 86,2%, inibidor do receptor de glicoproteína (IGP IIb/IIIa em 6,4%, clopidogrel em 35,9%, inibidor da enzima conversora da angiotensina (IECA em 77,9% e estatina em 70,9%. A cinecoronariografia foi realizada em 72 pacientes (92,3% com IAM com SST e em 452 (59,8% com SCA sem SST (pOBJECTIVE: Describe clinical characteristics of patients (P admitted to hospital with suspected acute coronary syndrome (ACS, identifying medical treatment and in-hospital mortality. METHODS: Evaluated were 860 patients with ACS from January through December, 2003. We evaluated baseline characteristics, ACS mode of presentation, medication during hospital stay, indication for clinical treatment or myocardial revascularization (MR and in-hospital mortality. RESULTS: Five hundred and three (58.3% were male, mean age 62.6 years (± 11.9. Seventy-eight (9.1% were discharged with the diagnosis of acute ST-elevation myocardial infarction (STEMI, 238 (27.7% with non-ST-elevation myocardial infarction (non-STEMI, 516 (60

  11. Estatinas nas síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Russo Sposito

    2011-10-01

    Full Text Available As estatinas são o principal recurso disponível para redução do LDL-colesterol. Seu uso contínuo reduz a morbidade e a mortalidade cardiovascular decorrente da doença aterosclerótica. A administração das estatinas demonstrou ser efetiva em estudos clínicos de prevenção primária e secundária em pacientes de baixo e alto risco. O mecanismo presumido de benefício da terapia hipolipemiante na prevenção das complicações da doença aterosclerótica age na redução da deposição de lipoproteínas aterogênicas em áreas vulneráveis da vasculatura. Estudos experimentais com estatinas demonstraram grande variedade de outros efeitos que poderiam estender o benefício clínico além da modificação do perfil lipídico por si só. A terapia com estatinas altera beneficamente componentes importantes do processo aterotrombótico: inflamação, oxidação, coagulação, parâmetros fibrinolíticos, função endotelial, vasorreatividade e função plaquetária. A demonstração dos efeitos não dependentes da redução do colesterol ou pleiotrópicos das estatinas fornece a base teórica para seu possível papel como terapia adjunta das síndromes coronarianas agudas. Análises retrospectivas de uma variedade de estudos indicam potencial benefício das estatinas durante os eventos coronarianos agudos. Estudos clínicos recentes têm abordado essa importante questão em ensaios prospectivos controlados, demonstrando fortes evidências a favor da administração das estatinas como terapia adjunta nas síndromes coronarianas agudas.

  12. Síndrome coronariana aguda em paciente com doença coronariana de alto risco no pós-operatório de colecistectomia videolaparoscópica

    OpenAIRE

    2007-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A isquemia miocárdica perioperatória é um evento incomum e quase sempre está relacionada com taquicardia e/ou hipotensão arterial em pacientes com doença coronariana de alto risco. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 71 anos, diabético, hipertenso e com doença coronariana, submetido à colecistectomia videolaparoscópica. A anestesia foi induzida com propofol, cisatracúrio e remifentanil e mantida com sevoflurano e remifentanil. Durante o fechamento da parede ...

  13. Circunferência abdominal como preditor de evolução em 30 dias na síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Azambuja Lopes de Souza

    2011-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A circunferência abdominal (CA é a medida que mais se correlaciona com os fatores de risco e morte por doença cardiovascular. Entretanto, o impacto da obesidade no prognóstico de pacientes com doenças cardiovasculares permanece controverso e requer maiores esclarecimentos. OBJETIVO: Avaliar a CA como preditor de evolução em 30 dias em pacientes que internaram com síndrome coronariana aguda (SCA, em hospital de referência no tratamento de doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Coorte contemporânea com 267 pacientes que internaram por SCA e que foram seguidos por 30 dias após a alta levando em consideração os eventos cardiovasculares maiores - MACE - (óbito, reinfarto, reinternação para procedimentos de revascularização. Nas primeiras 24 horas da admissão, os pacientes responderam a um questionário e posteriormente tiveram a CA mensurada. A análise estatística foi realizada com SPSS 17.0, utilizando o teste do Qui-quadrado para variáveis categóricas e o teste t de Student para as variáveis numéricas, com o nível de significância de p < 0,05. As variáveis que apresentaram valores de p < 0,10, na análise bivariada, foram incluídas em um modelo de regressão logística para avaliar o papel da CA como preditor independente de MACE. RESULTADOS: Após análise multivariável, apenas o gênero feminino (RC = 8,86; 95% IC:4,55-17,10; p < 0,00, hipertensão arterial sistêmica (RC = 2,06; 95% IC:1,10-3,87; p = 0,02 e história familiar de cardiopatia isquêmica (RC = 2,10; 95% IC:1,17-3,74; p = 0,01 permaneceram associados com os MACE. CONCLUSÃO: Em nosso estudo, a CA alterada não se associou à maior incidência de MACE em 30 dias de seguimento.

  14. Análise em longo prazo na síndrome coronariana aguda: existem diferenças na morbimortalidade?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Alexandre Farah de Aguiar

    Full Text Available FUNDAMENTO: A insuficiência cardíaca (IC tem grande importância como preditor de morbimortalidade em pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Avaliar os preditores de morbimortalidade na SCA em longo prazo. MÉTODOS: Foi um estudo de coorte de 403 pacientes consecutivos com queixas de dor torácica. Descreveram-se dados demográficos, clínicos, laboratoriais e terapêuticos, sendo avaliados durante a internação e até oito anos após alta, em relação à presença ou ausência de eventos cardiovasculares e óbitos. RESULTADOS: Foram 403 pacientes com queixas de dor torácica, em que 65,8% apresentavam diagnóstico de SCA sem supra de ST, 27,8% SCA com supra de ST e 6,5% sem SCA. Destes, foram avaliados os 377 pacientes com SCA, em que 37,9% eram do sexo feminino, e a média de idade foi de 62,2 ± 11,6 anos. A presença de IC antes ou durante a hospitalização influenciou a mortalidade. Dos fatores prognósticos, a creatinina inicial merece destaque, sendo o ponto de corte de 1,4 mg/dl (acurácia = 62,1%; HR = 3,27; p < 0,001. Notamos pior prognóstico para cada acréscimo de dez anos de idade (HR = 1,37; p < 0,001 e para cada incremento de 10 bpm na frequência cardíaca (HR = 1,22 p < 0,001. Quanto às terapias utilizadas antes e após 2002, houve aumento de uso de betabloqueadores, inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECAs, estatinas e antiplaquetários, tendo impacto na mortalidade. CONCLUSÃO: Presença de IC admissional, creatinina, idade e FC foram preditores independentes de mortalidade. Observou-se que pacientes com IC atendidos antes de 2002 apresentaram pior sobrevida em relação aos atendidos após 2002 e que a mudança na terapia foi a responsável por isso.

  15. Validação prospectiva do escore de risco dante pazzanese em síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2013-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em Síndrome Coronariana Aguda (SCA sem Supradesnivelamento do segmento ST (SST é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. Para esse fim, as diretrizes recomendam modelos de estratificação de risco. O escore de risco Dante Pazzanese (escore DANTE é um modelo simples de estratificação de risco, composto das variáveis: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou acidente vascular encefálico (4 pontos; não uso de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; combinação de elevação da troponina e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. OBJETIVO: Validar o escore DANTE em pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com inclusão de 457 pacientes, de setembro de 2009 a outubro de 2010. Os pacientes foram agrupados em: muito baixo, baixo, intermediário e alto risco de acordo com a pontuação do modelo original. A habilidade preditiva do escore foi avaliada pela estatística-C. RESULTADOS: Foram 291 (63,7% homens e a média da idade 62,1 anos (11,04. Dezessete pacientes (3,7% apresentaram o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. Ocorreu aumento progressivo na proporção do evento, com aumento da pontuação: muito baixo risco = 0,0%; baixo risco = 3,9%; risco intermediário = 10,9%; alto risco = 60,0%; p < 0,0001. A estatística-C foi de 0,87 (IC 95% 0,81-0,94; p < 0,0001. CONCLUSÃO: O escore DANTE apresentou excelente habilidade preditiva para ocorrência dos eventos específicos e pode ser incorporado na avaliação prognóstica de pacientes com SCA sem SST.

  16. Proteína C-Reativa Incrementa o Valor Prognóstico do Escore GRACE em Síndromes Coronarianas Agudas?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Cláudio Lemos Correia

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamento: O valor prognóstico incremental da dosagem plasmática de Proteína C-reativa (PCR em relação ao Escore GRACE não está estabelecido em pacientes com síndromes coronarianas agudas sem supradesnivelamento do segmento ST (SCA. Objetivo: Testar a hipótese de que a medida de PCR na admissão incrementa o valor prognóstico do escore GRACE em pacientes com SCA. Métodos: Foram estudados 290 indivíduos, internados consecutivamente por SCA, os quais tiveram material plasmático colhido na admissão para dosagem de PCR por método de alta sensibilidade (nefelometria. Desfechos cardiovasculares durante hospitalização foram definidos pela combinação de óbito, infarto não fatal ou angina refratária não fatal. Resultados: A incidência de eventos cardiovasculares durante hospitalização foi 15% (18 óbitos, 11 infartos, 13 anginas, tendo a PCR apresentado estatística-C de 0,60 (95% IC = 0,51 - 0,70; p = 0,034 na predição desses desfechos. Após ajuste para o Escore GRACE, PCR elevada (definida pelo melhor ponto de corte apresentou tendência a associação com eventos hospitalares (OR = 1,89; 95% IC = 0,92 - 3,88; p = 0,08. No entanto, a adição da variável PCR elevada no modelo GRACE não promoveu incremento significativo na estatística-C, a qual variou de 0,705 para 0,718 (p = 0,46. Da mesma forma, não houve reclassificação de risco significativa com a adição da PCR no modelo preditor (reclassificação líquida = 5,7%; p = 0,15. Conclusão Embora PCR possua associação com desfechos hospitalares, esse marcador inflamatório não incrementa o valor prognóstico do Escore GRACE.

  17. Comparação entre troponina I cardíaca e CK-MB massa em síndrome coronariana aguda sem supra de ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há incertezas do valor prognóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI e CK-MB em síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Comparar o valor prognóstico entre a cTnI e a CK-MB massa em pacientes com SCA sem supradesnível do segmento ST. MÉTODOS: Foram analisados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, em um centro terciário de cardiologia. Combinações dos biomarcadores foram examinadas: cTnI normal, CK-MB massa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB massa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB massa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB massa elevada (20,7%. Análise multivariada de variáveis clínicas, eletrocardiográficas e laboratoriais determinou o valor prognóstico independente dos biomarcadores para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. RESULTADOS: Pacientes com pelo menos um biomarcador elevado foram mais idosos (p = 0,02 e do sexo masculino (p < 0,001. Uso prévio de aspirina (p = 0,001, betabloqueador (p = 0,003 ou estatina (p = 0,013 foi mais frequente naqueles sem elevação da cTnI. Pacientes com elevação de ambos os biomarcadores tinham mais depressão do segmento ST (p < 0,001 ou creatinina elevada (p < 0,001. Em análise multivariada com a inclusão da cTnI, a CK-MB massa não foi variável independente para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias (odds ratio [OR] 1,16; p = 0,71. Quando não se incluiu a cTnI, teve-se: idade (OR 1,07; p < 0,001; sexo masculino (OR 1,09; p = 0,77; diabete melito (OR 1,95; p = 0,02; acidente vascular cerebral prévio (OR 3,21; p = 0,008; creatinina elevada (OR 1,63; p = 0,002; elevação da CK-MB massa (OR 1,96; p = 0,03; estatística-C 0,77 (p < 0,001. CONCLUSÃO: Com dosagem da cTnI, a CK-MB massa pode ser dispensável para avaliação prognóstica. Na indisponibilidade da cTnI, a CK-MB massa é aceitável para decisão terapêutica.

  18. Determinantes prognósticos em pacientes com síndrome coronariana aguda sem elevação do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Carolina Matos D'Almeida Santos

    2013-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em pacientes com Síndromes Coronarianas Agudas (SCA sem Supradesnivelamento do Segmento ST (SST, sugere-se que uma série de marcadores (células inflamatórias, hiperglicemia e função renal é capaz de identificar indivíduos com maior risco para eventos cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar o impacto desses parâmetros laboratoriais em desfechos intra-hospitalares de pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Foram avaliados prospectivamente 195 pacientes admitidos consecutivamente com SCA sem SST. Foram registrados dados clínicos, demográficos e laboratoriais ao longo do período de internação no hospital, em relação à ocorrência ou não de eventos combinados. RESULTADOS: A idade média foi de 67 ± 12 anos, e 52% eram homens. Na análise da área sob a curva ROC, somente a razão neutrófilo/linfócito (AUC: 70%, IC95%: 56%-82%, p = 0,006 e a creatinina (AUC: 62%, IC95%: 50%-80%, p = 0,03 discriminaram aqueles pacientes com SCA sem SST que apresentaram algum desfecho. Os pacientes que sofreram algum evento adverso durante a internação apresentaram menores contagens de linfócitos (1502 ± 731 / mm³ vs. 2020 ± 862 / mm³; p = 0,002, menores taxas de filtração glomerular (51 ± 27 mL/min vs. 77±34 mL/min; p < 0,001 e maiores níveis séricos de creatinina (2,1 ± 2,7 mg/dL vs. 1,1 ± 1,3 mg/dL; p = 0,047 do que aqueles que tiveram uma hospitalização sem intercorrências. A análise de regressão logística demonstrou que as variáveis que permaneceram como preditores independentes e significativos foram: taxa de filtração glomerular (OR: 1,03; IC95%: 1,00-1,13; p = 0,002, e contagem de linfócitos (OR: 1,02; IC95%: 1,01-1,04; p = 0,03. CONCLUSÃO: A avaliação da função renal e a contagem de linfócitos fornecem uma informação potencialmente útil para a estratificação prognóstica em doentes com SCA sem SST.

  19. Proteína C-reativa e prognóstico em síndromes coronarianas agudas: revisão sistemática e metanálise

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís C. L. Correia

    2011-07-01

    Full Text Available A despeito da associação entre proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR e eventos recorrentes em síndromes coronarianas agudas sem supradesnível do segmento ST (SCA, a medida rotineira deste marcador não tem sido recomendada. No intuito de avaliar se as evidências científicas atuais justificam a incorporação da PCR para estratificação de risco na admissão hospitalar de pacientes com SCA, realizamos revisão sistemática e metanálise dos trabalhos indexados no MEDLINE, SCIELO ou LILACS, com os seguintes critérios de inclusão: desenho de coorte prospectiva e avaliação do valor prognóstico da PCR, mensurada por método de alta sensibilidade, no momento da admissão hospitalar de pacientes com SCA. Dezenove estudos preencheram os critérios de inclusão. Em relação ao seguimento de longo prazo, houve associação consistente entre PCR e eventos cardiovasculares, com odds ratio (OR global de 4,6 (95% IC = 2,3-7,6 e OR global multivariado de 2,5 (95% IC = 1,8-3,4. Quanto ao curto prazo, 9 estudos foram positivos e 6 estudos negativos, com OR global de 1,65 (95% IC = 1,2-2,3. O OR global multivariado não foi obtido para o seguimento de curto prazo, pois esta medida foi descrita em apenas três trabalhos heterogêneos. Somente dois trabalhos, de curto prazo, fizeram análise do valor preditor incremental da PCR em relação a modelos multivariados, com resultados contraditórios. Em conclusão, a escassez de avaliação do valor incremental da PCR, aliada a resultados controversos quanto ao valor preditor independente para eventos de curto prazo, não recomenda a utilização rotineira de PCR para estratificação de risco na admissão de SCA.

  20. Custo-efetividade de fondaparinux em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda sem supradesnivelamento do ST Cost-effectiveness of fondaparinux in patients with acute coronary syndrome without ST-segment Elevation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Pepe

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso combinado de agentes antitrombínicos, antiplaquetários e estratégias invasivas na síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do ST (SCAsSST reduz eventos cardiovasculares. O fondaparinux demonstrou equivalência à enoxaparina na redução de eventos cardiovasculares, porém com menor índice de sangramento nos pacientes que usaram fondaparinux. OBJETIVO: Avaliar o custo-efetividade de fondaparinux versus enoxaparina em pacientes com SCAsSST no Brasil a partir da perspectiva econômica do Sistema Único de Saúde (SUS. MÉTODOS: Um modelo de decisão analítico foi construído para calcular os custos e consequências resultantes dos tratamentos comparados. Os parâmetros do modelo foram obtidos do estudo OASIS-5 (N = 20.078 pacientes com SCAsSST randomizados para fondaparinux ou enoxaparina. O desfecho avaliado foi um composto de eventos cardiovasculares (isto é, morte, infarto agudo do miocárdio, isquemia refratária e sangramentos graves nos dias 9, 30 e 180 pós-SCAsSST. Foram avaliados todos os custos diretos de tratamento e eventos relacionados à SCAsSST. O ano da análise foi 2010 e os custos foram descritos em reais (R$. RESULTADOS: No dia 9, o custo de tratamento por paciente foi R$ 2.768 para fondaparinux e R$ 2.852 para enoxaparina. Aproximadamente 80% do custo total foram associados a tratamentos invasivos. Os custos com medicamentos representaram 10% do custo total. As taxas combinadas de eventos cardiovasculares e de sangramentos maiores foram 7,3% e 9,0% para fondaparinux e enoxaparina, respectivamente. Análises de sensibilidade confirmaram os resultados iniciais do modelo. CONCLUSÃO: O fondaparinux para tratamento de pacientes com SCAsSST é superior à enoxaparina em termos de prevenção de novos eventos cardiovasculares com menor custo. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0BACKGROUND: The combined use of antithrombotic agents, antiplatelet agents and invasive strategies in

  1. Determinantes prognósticos em pacientes com síndrome coronariana aguda sem elevação do segmento ST Prognostic factors in patients with acute coronary syndrome without ST segment elevation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jessica Carolina Matos D'Almeida Santos

    2013-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em pacientes com Síndromes Coronarianas Agudas (SCA sem Supradesnivelamento do Segmento ST (SST, sugere-se que uma série de marcadores (células inflamatórias, hiperglicemia e função renal é capaz de identificar indivíduos com maior risco para eventos cardiovasculares. OBJETIVO: Avaliar o impacto desses parâmetros laboratoriais em desfechos intra-hospitalares de pacientes com SCA sem SST. MÉTODOS: Foram avaliados prospectivamente 195 pacientes admitidos consecutivamente com SCA sem SST. Foram registrados dados clínicos, demográficos e laboratoriais ao longo do período de internação no hospital, em relação à ocorrência ou não de eventos combinados. RESULTADOS: A idade média foi de 67 ± 12 anos, e 52% eram homens. Na análise da área sob a curva ROC, somente a razão neutrófilo/linfócito (AUC: 70%, IC95%: 56%-82%, p = 0,006 e a creatinina (AUC: 62%, IC95%: 50%-80%, p = 0,03 discriminaram aqueles pacientes com SCA sem SST que apresentaram algum desfecho. Os pacientes que sofreram algum evento adverso durante a internação apresentaram menores contagens de linfócitos (1502 ± 731 / mm³ vs. 2020 ± 862 / mm³; p = 0,002, menores taxas de filtração glomerular (51 ± 27 mL/min vs. 77±34 mL/min; p BACKGROUND: In patients with acute coronary syndromes (ACS without ST segment elevation (SSE, it is suggested that a series of markers (inflammatory cells, hyperglycemia and renal function can identify individuals with increased risk for cardiovascular events. OBJECTIVE: To evaluate the impact of these laboratory parameters on intra-hospital outcomes of patients with ACS with no SSE. METHODS: We prospectively evaluated 195 patients consecutively admitted with ACS with no SSE. Demographic and clinical laboratory data were recorded during the course of the hospitalization period in relation to the occurrence of combined events. RESULTS: Mean age was 67 ± 12 years, and 52% were men. In analyzing the area under the ROC

  2. Comportamento da síndrome coronariana aguda: resultados de um registro brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leopoldo Soares Piegas

    2013-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O Brasil carece de registros multicêntricos publicados de síndrome coronariana aguda. OBJETIVO: O Registro Brasileiro de Síndrome Coronariana Aguda é um estudo multicêntrico nacional com objetivo de apresentar dados representativos das características clínicas, e manejo e evolução hospitalares dessa síndrome. MÉTODOS: Participaram 23 hospitais de 14 cidades. Foram elegíveis pacientes que se apresentaram com suspeita de síndrome coronariana aguda nas primeiras 24 horas, com quadro clínico sugestivo, associado a alterações eletrocardiográficas compatíveis e/ou marcadores de necrose. O seguimento foi realizado até o óbito ou a alta hospitalar. RESULTADOS: Entre os anos de 2003 e 2008, foram incluídos 2.693 pacientes com diagnóstico de síndrome coronariana aguda, sendo 864 (32,1% mulheres. O diagnóstico final foi de angina instável para 1.141 (42,4% pacientes, com mortalidade de 3,06% deles; de infarto agudo do miocárdio sem supradesnível de ST para 529 (19,6% pacientes, com mortalidade de 6,8% deles; e de infarto agudo do miocárdio com supradesnível de ST para 950 (35,3% pacientes, com mortalidade de 8,1% deles; tiveram diagnóstico não confirmado 73 (2,7% pacientes, com mortalidade de 1,36% deles. A mortalidade global foi de 5,53%. O modelo de regressão logística múltipla identificou o gênero feminino (OR=1,45, o diabetes melito (OR=1,59, o índice de massa corporal (OR=1,27 e a intervenção coronariana percutânea (OR=0,70 como fatores de risco de óbito, para demografia e intervenções. Um modelo para óbito por complicações maiores identificou choque cardiogênico/Edema Agudo de Pulmão (OR=4,57, reinfarto (OR=3,48, acidente vascular cerebral (OR=21,56, sangramento grave (OR=3,33, parada cardiorrespiratória (OR=40,27 e classe funcional de Killip (OR=3,37. CONCLUSÃO: Os dados do Registro Brasileiro de Síndrome Coronariana Aguda não diferem de outros coletados fora do país. Seus achados poder

  3. Níveis de PCR são maiores em pacientes com síndrome coronariana aguda e supradesnivelamento do segmento ST do que em pacientes sem supradesnivelamento do segmento ST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Syed Shahid Habib

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande interesse no uso de proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as para avaliação de risco. Altos níveis de PCR-as no início da síndrome coronária aguda (SCA, antes da necrose tecidual, pode ser um marcador substituto para comorbidades cardiovasculares. OBJETIVO: Dessa forma, nosso objetivo foi estudar diferentes medidas de seguimento de níveis de PCR-as em pacientes com SCA e comparar as diferenças entre infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI com pacientes apresentando elevação do segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este é um estudo observacional. Dos 89 pacientes recrutados, 60 apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM. Três níveis seriados de PCR-us, a nível basal na hospitalização antes de 12 horas após inicio dos sintomas, níveis de pico 36-48 horas após hospitalização e níveis de acompanhamento após 4 a 6 semanas foram analisados e comparados entre pacientes com (IAMCSST e sem supradesnivelamento do segmento ST (IAMSSST. RESULTADOS: Pacientes com IAMCSST tinham IMC significantemente mais alta quando comparados com pacientes IAMSSST. Os níveis de creatino quinase fração MB (CK-MB e aspartato aminotransferase (AST eram significantemente mais altos em pacientes com IAMCSST quando comparados com pacientes com IAMSSST (p<0,05. Os níveis de PCR a nível basal e no acompanhamento não diferiram de forma significante entre os dois grupos (p=0,2152 e p=0,4686 respectivamente. Houve uma diferença significante nos níveis de pico de PCR entre os dois grupos. No grupo de pacientes com IAMCSST os níveis foram significantemente mais altos quando comparados aos pacientes com IAMSSST (p=0,0464. CONCLUSÃO: Pacientes com IAMCSST apresentam picos significantemente mais elevados de PCR quando comparados a pacientes IAMSSST. Esses dados sugerem que o processo inflamatório tem um papel independente na patogênese do infarto do miocárdio. Dessa forma, os níveis de PCR podem ajudar na

  4. Síndrome coronariana aguda em paciente com doença coronariana de alto risco no pós-operatório de colecistectomia videolaparoscópica Síndrome coronario agudo en paciente con enfermedad coronaria de alto riesgo en el postoperatorio de colecistectomía videolaparoscópica Acute coronary syndrome in a patient with severe coronary artery disease after laparoscopic cholecystectomy

    OpenAIRE

    2007-01-01

    JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A isquemia miocárdica perioperatória é um evento incomum e quase sempre está relacionada com taquicardia e/ou hipotensão arterial em pacientes com doença coronariana de alto risco. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 71 anos, diabético, hipertenso e com doença coronariana, submetido à colecistectomia videolaparoscópica. A anestesia foi induzida com propofol, cisatracúrio e remifentanil e mantida com sevoflurano e remifentanil. Durante o fechamento da parede ...

  5. Prevalência e influência da hiperglicemia de estresse no prognóstico em uma coorte de pacientes com síndrome coronariana aguda Influence on prognosis and prevalence of stress hyperglycemia in a cohort of patients with acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata de Faria Modenesi

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Demonstrar a prevalência da hiperglicemia de estresse em coorte de pacientes com síndrome coronariana aguda e a correlação com óbito, insuficiência cardíaca e/ou disfunção ventricular esquerda sistólica, na fase intra-hospitalar. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectiva inicial constituída por pacientes internados com síndrome coronariana aguda, com ou sem supradesnivelamento do segmento ST. Foram comparados os grupos para demonstrar a correlação entre hiperglicemia de estresse e eventos cardiovasculares. Na comparação entre os grupos com e sem hiperglicemia de estresse, foram usados o teste do qui-quadrado ou exato de Fisher, e o teste t de student. As variáveis com valor de pOBJECTIVE: To demonstrate the prevalence of stress hyperglycemia in a cohort of patients with acute coronary syndrome and to determine the correlation of stress hyperglycemia with death, heart failure and/or left ventricular systolic dysfunction during the intrahospital phase. METHODS: A prospective initial cohort study of hospitalized patients with acute coronary syndrome with or without ST segment elevation. The groups were compared to demonstrate the correlation between stress hyperglycemia and cardiovascular events. The chi-square test or Fisher's exact test and student's t-test were used to compare the groups with and without stress hyperglycemia. The variables with p<0.20 in the univariate analysis were submitted to logistic regression. RESULTS: In total, 363 patients with an average age of 12.45 ± 62.06 were studied. There was a predominance of males (64.2%. In total, 96 patients (26.4% presented with stress hyperglycemia. There were no differences between the groups with or without stress hyperglycemia. The area under the ROC curve was 0.67 for the relationship between stress hyperglycemia and the composite outcome heart failure, left ventricular systolic dysfunction or death at the end of the hospital admission. The ROC curve proved that

  6. Sintomas de pacientes antes da primeira hospitalização por Síndrome Coronariana Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Aparecida Marosti Dessotte

    2011-10-01

    Full Text Available Este estudo objetivou caracterizar os pacientes quanto ao relato da presença de sintomas de dor torácica, dispneia e limitação das atividades diárias uma semana antes da primeira hospitalização por Síndrome Coronariana Aguda, segundo a forma de apresentação clínica, e compará-las. Estudo transversal, descritivo e correlacional. Utilizou-se um instrumento de avaliação clínica que investigou a presença e a gravidade dos sintomas de dispneia, precordialgia e restrição física decorrentes da isquemia do miocárdio. Com relação à limitação para realização de atividades físicas, pacientes com diagnóstico de angina instável mostraram maior comprometimento na semana que antecedeu a internação, assim como relataram a presença de dispneia e precordialgia com maior frequência do que os pacientes infartados em situações que vão desde realizarem grandes esforços como, por exemplo, caminhar na subida ou muito rápido no plano, até situações de repouso ou de pequenos esforços.

  7. Racionalidade e métodos do registro ACCEPT - Registro Brasileiro da Prática Clínica nas Síndromes Coronarianas Agudas da Sociedade Brasileira de Cardiologia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Aferição da prática clínica brasileira em pacientes com síndrome coronariana aguda, em hospitais públicos e privados, permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções clínicas com benefício comprovado. OBJETIVO: Elaborar um registro de pacientes portadores do diagnóstico de síndrome coronariana aguda para aferir dados demográficos, morbidade, mortalidade e prática padrão no atendimento desta afecção. Ademais, avaliar a prescrição de intervenções baseadas em evidências, como a aspirina, estatinas, betabloqueadores e reperfusão, dentre outras. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica hospitalar da síndrome coronária aguda, efetivada em hospitais públicos e privados brasileiros. Adicionalmente, serão realizados seguimento longitudinal até a alta hospitalar e aferição da mortalidade e ocorrência de eventos graves aos 30 dias, 6 e 12 meses. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011 e consolidados após a reunião da população e dos objetivos posteriormente almejados. CONCLUSÃO: A análise desse registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da síndrome coronariana aguda no Brasil.

  8. Clinical evolution of patients hospitalized due to the first episode of Acute Coronary Syndrome Evolución clínica de pacientes internados debido el primer episodio de la Síndrome Aguda de las Coronarias Evolução clinica de pacientes internados em decorrência do primeiro episódio da Síndrome Coronariana Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine Pinn Gil

    2012-10-01

    realización de revascularización del miocardio fue diferente en los dos grupos.OBJETIVO: avaliar a evolução clínica de pacientes internados pelo primeiro episódio da síndrome coronariana aguda (SCA, segundo sua manifestação clínica. MÉTODOS: foram coletados dados de 234 pacientes internados entre maio de 2006 e julho de 2009, em decorrência do primeiro episódio de uma SCA, mediante consultas aos prontuários. RESULTADOS: a maioria (59,8% foi internada devido ao infarto agudo do miocárdio (IAM. No grupo com IAM, 19,3% apresentaram complicações e 12,8% no grupo com angina instável (AI (p=0,19. A realização de angioplastia foi maior entre os pacientes com IAM do que com AI (p=0,02 e a cirurgia de revascularização foi mais realizada entre os pacientes com AI (p=0,03. A maioria (227 - 97% sobreviveu ao evento coronariano. Entre os sete pacientes que morreram na internação, quatro tinham IAM (2,9% e três AI (3,2%. CONCLUSÕES: houve maior número de complicações entre os infartados e a realização de revascularização do miocárdio foi diferente nos dois grupos.

  9. Prevalência de fatores de risco para Síndrome Coronariana aguda em pacientes atendidos em uma emergência Prevalencia de los factores de riesgo para el Síndrome Coronario agudo en los pacientes tratados en una emergencia Prevalence of risk factors for acute Coronary Syndrome in patients treated in an emergency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karine Franke Lemos

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivou-se caracterizar o perfil do paciente portador de Síndrome Coronária Aguda (SCA atendido em um serviço de emergência de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no que se refere aos fatores de risco. Estudo de prevalência entre agosto de 2007 e fevereiro de 2008. Para coleta de dados, foi utilizado um questionário, consulta ao prontuário e aferição de medidas antropométricas. Foram avaliados 152 pacientes com SCA, 63,8% do sexo masculino, idade média de 61±10,26 anos. Com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de ST em 50,7%, infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST em 14,5% e angina instável em 34,9%. Os fatores de risco foram: sedentarismo (86,8%; sobrepeso e obesidade (77%; hipertensão arterial sistêmica (75,7%; história familiar (56,6%; estresse (52,6%; dislipidemia (44,7%; diabete mellitus (40,1%; tabagismo (39,5%; e ingesta de álcool (14,4%. Constatou-se uma alta prevalência de fatores de risco para SCA, necessitando de programas de educação em saúde, visando reduzir a morbi-mortalidade.Propusimos caracterizar el perfil de pacientes portador del Síndrome Coronariana Agudo (SCA en un servicio de emergencia de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, en lo que se refiere a los factores de riesgo. Estudio de prevalencia entre agosto/2007 y febrero/2008. Para la colecta de datos, fue utilizado un cuestionario, consulta al prontuario y contraste de medidas antropométricas. Fueron avaliados 152 pacientes con SCA, 63,8% de sexo masculino, edad media de 61 ± 10,26 años. Con diagnóstico de infarto agudo del miocardio sin elevación ST en 50,7%, infarto agudo del miocardio con elevación ST en 14,5% y angina inestable 34,9%. Los factores de riesgo fueron, sedentarismo (86,8%; sobrepeso y obesidad (77%; hipertensión arterial sistémica (75,7%; histórico familiar (56,6%; estrés (52,6%; dislipidemía (44,7%; diabetes mellitus (40,1%; tabaquismo (39,5%; ingetión de alcohol(14

  10. Identificação das Síndromes Coronarianas Agudas (SCA na Medicina Tradicional Chinesa e utilização de acupuntura como terapia coadjuvante à prevenção de agravos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silene Celerino da Fonseca

    2012-06-01

    Full Text Available Introdução: As doenças cardiovasculares constituem a principal causa de morbimortalidade em homens emulheres no Brasil e no mundo. Incluem?se neste grupo de doenças, segundo o Ministério da Saúde: a AnginaEstável, Angina Instável e o Infarto Agudo do Miocárdio denominado de maneira global em SíndromesCoronarianas Agudas. O tratamento das SCA requer cuidado amplo e contínuo na busca da estabilidade clínicae melhora da qualidade de vida do paciente. Com o advento das práticas integrativas, a acupuntura tem?setornado mais evidente e tem estimulado os profissionais da Saúde a aplicá?la em diversas patologias. Estudoscientíficos demonstram que a ação no organismo induz à liberação de neurotransmissores que atuam no tônusvascular e na angina. A acupuntura também atua na redução do estresse, da ansiedade e melhora o bem estarfísico e emocional. Objetivo: O objetivo deste estudo foi identificar as síndromes energéticas envolvidas nosquadros de Síndromes Coronarianas Agudas e verificar a aplicabilidade da acupuntura como métodoterapêutico preventivo. Metodologia: Trata?se de uma revisão teórica realizada em bancos de dados da BVS,LILACS, SCIELO, BIREME e MEDLINE, com dezoito artigos, dezesseis livros, dois manuais, duas teses e umaresolução. Conclusão: A pesquisa permitiu identificar as relações da Síndrome Coronariana Aguda com asSíndromes energéticas descritas na Medicina Tradicional Chinesa. Essa associação é uma possibilidade para aprestação da assistência ao paciente com doença coronariana.

  11. Síndromes coronarianas agudas: tratamento e estratificação de risco Acute coronary syndromes: treatment and risk stratification

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Eduardo Pereira Pesaro

    2008-06-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As síndromes coronarianas agudas são resultado da ruptura de uma placa coronariana instável, complicada pela formação de trombo intraluminal, embolização e graus variáveis de obstrução coronária. Pacientes com oclusão total de uma artéria coronária apresentam infarto agudo do miocárdio (IAM com supradesnivelamento do segmento ST. Uma oclusão parcial do vaso pode resultar em IAM sem supradesnivelamento do segmento ST ou angina instável. As manifestações clínicas e as alterações eletrocardiográficas são componentes fundamentais para identificação dos pacientes portadores destas síndromes. A triagem rápida e eficaz desses pacientes, quanto à presença ou não do supradesnivelamento do segmento ST, é fundamental para a determinação da estratégia terapêutica a ser empregada. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre as evidências atuais e as recomendações para avaliação e tratamento das síndromes coronarianas agudas. CONTEÚDO: Revisão da literatura, utilizando as bases eletrônicas de dados MedLine e LILACS, no período de janeiro de 1990 a setembro de 2007. CONCLUSÕES: A reperfusão da artéria responsável pelo infarto é a etapa fundamental no tratamento de pacientes com infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST. A terapia trombolítica ou a intervenção coronariana percutânea são duas opções terapêuticas bem estabelecidas na literatura. Pacientes portadores de IAM sem supradesnivelamento do segmento ST ou angina instável necessitam de estratificação de risco precoce. Pacientes de alto risco devem ser submetidos à estratégia invasiva precoce, que consiste na realização do cateterismo cardíaco nas primeiras 24-48 horas do início dos sintomas.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Acute coronary syndromes result from a disruption of a vulnerable coronary plaque complicated by intraluminal thrombus formation, embolisation, and

  12. Valor prognóstico do Escore de Risco GRACE versus Escore de Risco TIMI em síndromes coronarianas agudas Valor pronóstico del score de riesgo GRACE versus score de riesgo TIMI en síndromes coronarios agudos Prognostic Value of GRACE Scores versus TIMI Score in acute coronary syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis C. L. Correia

    2010-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Embora o Escore de Risco TIMI seja o mais utilizado em síndromes coronarianas agudas sem supradesnível do segmento ST (SCA, o Escore GRACE tem potencial superioridade prognóstica, pois foi criado a partir de um registro observacional, parte das variáveis são tratadas de forma semiquantitativa e a função renal é computada em seu cálculo. OBJETIVO: Testar a hipótese de que o Escore de Risco GRACE tem superior valor prognóstico hospitalar, comparado ao Escore TIMI em pacientes admitidos com SCA. MÉTODOS: Foram incluídos indivíduos com angina instável ou infarto do miocárdio sem supradesnível do segmento ST, consecutivamente internados em unidade coronariana entre agosto de 2007 e janeiro de 2009. RESULTADOS: Foram estudados 154 pacientes, idade 71 ± 13 anos, 56% do gênero feminino, mediana do GRACE de 117 e mediana do TIMI de 3. Durante o período de internamento, a incidência de eventos foi 8,4% (12 óbitos e 1 infarto não fatal. O teste de Hosmer-Lemeshow aplicado ao Escore GRACE apresentou χ2 de 5,3 (P = 0,72, enquanto Escore TIMI apresentou χ2 de 1,85 (P = 0,60. Desta forma, ambos os escores apresentaram boa calibração. Quanto à análise de discriminação, o Escore GRACE apresentou estatística-C de 0,91 (95% IC = 0,86 - 0,97, significativamente superior à estatística-C de 0,69 do Escore TIMI (95% IC = 0,55 - 0,84 - P = 0,02 para diferença entre os escores. CONCLUSÃO: Em relação à predição de eventos hospitalares em pacientes com SCA, o Escore GRACE tem superior capacidade prognóstica quando comparado ao Escore TIMI.FUNDAMENTO: Aunque el Score de Riesgo TIMI sea el más utilizado en síndromes coronarios agudos sin supradesnivel del segmento ST (SCA, el Score GRACE tiene potencial superioridad pronóstica, pues fue creado a partir de un registro observacional, parte de las variables son tratadas de forma semicuantitativa y la función renal se computa en su cálculo. OBJETIVO: Probar la hip

  13. Avaliação da relação neutrófilos/linfócitos em pacientes com suspeita de síndrome coronariana aguda An assessment of neutrophils/lymphocytes ratio in patients suspected of acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Denise Zazula

    2008-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A contagem total de leucócitos é um marcador de risco independente para eventos cardiovasculares. A relação entre a contagem de neutrófilos e linfócitos (N/L tem sido explorada como novo preditor de risco cardiovascular, mas seu papel diagnóstico na avaliação de pacientes com suspeita de síndrome coronariana aguda (SCA é desconhecido. OBJETIVO: Avaliar o valor diagnóstico da relação N/L em pacientes admitidos com suspeita de SCA em uma Unidade de Dor Torácica (UDT. MÉTODOS: Foram avaliados 178 pacientes admitidos com dor torácica, seguindo fluxograma diagnóstico conforme aspectos clínicos, eletrocardiográficos e laboratoriais. Os diagnósticos estabelecidos foram: infarto agudo do miocárdio com (IAMEST e sem elevação de segmento ST (IAMSEST, angina instável (AI e dor não-cardíaca (NC. Contagens total e diferencial de leucócitos foram realizadas em amostra de sangue periférico coletada na admissão. RESULTADOS: Pacientes com dor diagnosticada como não-cardíaca apresentaram a menor relação N/L (n = 45; 3,0 ± 1,6, seguidos por AI (n = 65; 3,6 + 2,9, IAMSEST (n = 33; 4,8 ± 3,7 e IAMEST (n = 35; 6,9 ± 5,7 (p BACKGROUND: Leukocytes total count is an independent risk marker for cardiovascular events. The ratio between neutrophils and lymphocytes (N/L count has been investigated as a new predictor for cardiovascular risk, although its diagnostic role when assessing patients suspected of an acute coronary syndrome (ACS condition is not yet known. OBJECTIVE: To evaluate the diagnostic power of N/L ratio in patients who have been admitted at a Chest Pain Unit (CPU with the suspicion of ACS. METHODS: Evaluation was conducted in 178 patients admitted with chest pain. Diagnostic flowchart including clinical, electrocardiographic, and laboratory data. Diagnosis obtained was: acute myocardial infarction (AMI with (AMI-STE and with no segment T elevation (AMI-NSTE, unstable angina (UA and non-cardiac pain (NC. Total

  14. A importância de um EGC normal em síndromes coronarianas agudas sem supradesnivelamento do segmento ST La importancia de un ECG normal en síndromes coronarios agudos sin supradesnivel del segmento ST The importance of a normal ECG in non-ST elevation acute coronary syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Teixeira

    2010-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O eletrocardiograma (ECG de admissão tem um grande impacto no diagnóstico e tratamento de síndromes coronarianas agudas (SCA sem supradesnivelamento do segmento ST. OBJETIVO: Avaliar o impacto do ECG de admissão no prognóstico da SCA sem supradesnivelamento de ST. População: estudo prospectivo, contínuo, observacional, de 802 pacientes com SCA sem supradesnivelamento de ST de um único centro. MÉTODOS: Os pacientes foram divididos em 2 grupos: A (n=538 - ECG Anormal e B (n=264 - ECG Normal. ECG Normal era sinônimo de ritmo sinusal sem alterações isquêmicas agudas. Um seguimento clínico de um ano foi realizado tendo como alvo todas as causas de mortalidade e a taxa de eventos cardíacos adversos maiores (MACE. RESULTADOS: Os pacientes do Grupo A eram mais velhos (68,7±11,7 vs. 63,4±12,7 anos, pFUNDAMENTO: El electrocardiograma (ECG de ingreso tiene un gran impacto en el diagnóstico y tratamiento de síndromes coronarios agudos (SCA sin supradesnivel del segmento ST. OBJETIVO: Evaluar el impacto del ECG de ingreso en el pronóstico del SCA sin supradesnivel de ST. MÉTODOS: Población: estudio prospectivo, continuo, observacional, de 802 pacientes con SCA sin supradesnivel de ST de un único centro. Los pacientes se dividieron en 2 grupos: A (n=538 - ECG Anormal y B (n=264 - ECG Normal. ECG Normal era sinónimo de ritmo sinusal sin alteraciones isquémicas agudas. Se realizó un seguimiento clínico de un año teniendo como objetivo todas las causas de mortalidad y la tasa de eventos cardíacos adversos mayores (MACE. RESULTADOS: Los pacientes del Grupo A eran más viejos (68,7±11,7 vs 63,4±12,7 años, pBACKGROUND: Admission ECG has a major impact on the diagnosis and management of non-ST elevation acute coronary syndromes (ACS. OBJECTIVE: To assess the impact of the admission ECG on prognosis over non-ST ACS. Population: prospective, continuous, observational study of 802 non-ST ACS patients from a single center

  15. Perfil dos hormônios tireoidianos nas síndromes coronarianas agudas Thyroid hormone profile in acute coronary syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Caetano Pimentel

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil hormonal tireoidiano em pacientes com síndromes coronarianas agudas (SCA, e nos grupos: 1 angina instável e/ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento de segmento ST (AI/IAM sem supra ST; 2 infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento (IAM com supra ST, e nos pacientes que evoluíram ou não a óbito conforme os grupos. MÉTODOS: Foram estudados prospectivamente setenta pacientes portadores de SCA, internados na unidade coronariana do Hospital dos Servidores do Estado/RJ. As amostras sangüíneas foram coletadas nos primeiro, quarto e sétimo dias de internação. Exame clínico e eletrocardiograma foram realizados no período de internação. RESULTADOS: Dos 70 pacientes admitidos, 13 (18,6% apresentaram a "síndrome do eutireoidiano doente" (SED, que consiste na queda do hormônio T3 e ou T3 livre, aumento do hormônio T3 reverso (rT3 e inalteração dos hormônios TSH, T4 e T4 livre. Nos pacientes do grupo IAM com supra ST, observaram-se elevação precoce e maiores médias do hormônio tireoidiano T3 reverso (rT3 e menores médias dos hormônios T3 e T3 livre. Nos coronariopatas que evoluíram a óbito, observamos achados hormonais condizentes com os encontrado na SED, com valores médios expressivos dos hormônios rT3 e T3. CONCLUSÃO: Os resultados apresentados neste estudo mostram a importância do reconhecimento da "síndrome do eutireoidiano doente" nos pacientes coronariopatas, sugerindo associação com pior prognóstico nos pacientes com síndrome coronariana aguda.OBJECTIVE: To describe thyroid hormone profile in patients with acute coronary syndromes (ACS, divided into two groups: 1 unstable angina and/or non-ST-segment elevation acute myocardial infarction (UA/NSTEMI; 2 ST-segment elevation acute myocardial infarction (STEMI, as well as in patients that progressed or not to death, according to the groups. METHODS: Seventy ACS patients admitted to the coronary care unit

  16. Análise em longo prazo na síndrome coronariana aguda: existem diferenças na morbimortalidade? Análisis a largo plazo en el síndrome coronario agudo: ¿Existen diferencias en la morbimortalidad? Long-term analysis in acute coronary syndrome: are there any differences in morbidity and mortality?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adolfo Alexandre Farah de Aguiar

    2010-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A insuficiência cardíaca (IC tem grande importância como preditor de morbimortalidade em pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Avaliar os preditores de morbimortalidade na SCA em longo prazo. MÉTODOS: Foi um estudo de coorte de 403 pacientes consecutivos com queixas de dor torácica. Descreveram-se dados demográficos, clínicos, laboratoriais e terapêuticos, sendo avaliados durante a internação e até oito anos após alta, em relação à presença ou ausência de eventos cardiovasculares e óbitos. RESULTADOS: Foram 403 pacientes com queixas de dor torácica, em que 65,8% apresentavam diagnóstico de SCA sem supra de ST, 27,8% SCA com supra de ST e 6,5% sem SCA. Destes, foram avaliados os 377 pacientes com SCA, em que 37,9% eram do sexo feminino, e a média de idade foi de 62,2 ± 11,6 anos. A presença de IC antes ou durante a hospitalização influenciou a mortalidade. Dos fatores prognósticos, a creatinina inicial merece destaque, sendo o ponto de corte de 1,4 mg/dl (acurácia = 62,1%; HR = 3,27; p FUNDAMENTO: La insuficiencia cardíaca (IC tiene gran importancia como predictor de morbimortalidad en pacientes con síndrome coronario agudo (SCA. OBJETIVO: Evaluar los predictores de morbimortalidad en la SCA a largo plazo. MÉTODOS: Fue un estudio de cohorte de 403 pacientes consecutivos con quejas de dolor torácico. Se describieron datos demográficos, clínicos, de laboratorio y terapéuticos, siendo evaluados durante la internación y hasta ocho años después del alta, en relación a la presencia o ausencia de eventos cardiovasculares y óbitos. RESULTADOS: Fueron 403 pacientes con quejas de dolor torácica, en que 65,8% presentaban diagnóstico de SCA sin supra de ST, 27,8% SCA con supra de ST y 6,5% sin SCA. De estos, fueron evaluados los 377 pacientes con SCA, en que 37,9% eran del sexo femenino, y la media de edad fue de 62,2±11,6 años. La presencia de IC antes o durante la hospitalizaci

  17. Circunferência abdominal como preditor de evolução em 30 dias na síndrome coronariana aguda Circunferencia abdominal como predictor de evolución en 30 días en el Síndrome Coronario Agudo Abdominal circumference as a predictor of 30-day outcome in acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscilla Azambuja Lopes de Souza

    2011-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A circunferência abdominal (CA é a medida que mais se correlaciona com os fatores de risco e morte por doença cardiovascular. Entretanto, o impacto da obesidade no prognóstico de pacientes com doenças cardiovasculares permanece controverso e requer maiores esclarecimentos. OBJETIVO: Avaliar a CA como preditor de evolução em 30 dias em pacientes que internaram com síndrome coronariana aguda (SCA, em hospital de referência no tratamento de doenças cardiovasculares. MÉTODOS: Coorte contemporânea com 267 pacientes que internaram por SCA e que foram seguidos por 30 dias após a alta levando em consideração os eventos cardiovasculares maiores - MACE - (óbito, reinfarto, reinternação para procedimentos de revascularização. Nas primeiras 24 horas da admissão, os pacientes responderam a um questionário e posteriormente tiveram a CA mensurada. A análise estatística foi realizada com SPSS 17.0, utilizando o teste do Qui-quadrado para variáveis categóricas e o teste t de Student para as variáveis numéricas, com o nível de significância de p FUNDAMENTO: La circunferencia abdominal (CA es la medición que se correlaciona con los factores de riesgo y la muerte por enfermedad cardiovascular. Sin embargo, el impacto de la obesidad en el pronóstico de los pacientes con enfermedades cardiovasculares sigue siendo controvertido y requiere una mayor clarificación. OBJETIVO: Evaluar la CA como un predictor de evolución en 30 días en pacientes que fueron hospitalizados con síndrome coronario agudo (SCA, en un hospital de referencia para el tratamiento de las enfermedades cardiovasculares. MÉTODOS: Cohorte contemporánea con 267 pacientes que fueron hospitalizados por SCA y que fueron seguidos durante 30 días después del alta, teniendo en cuenta los eventos cardiovasculares mayores - MACE - (muerte, reinfarto, rehospitalización por procedimientos de revascularización. En las primeras 24 horas del ingreso, los pacientes

  18. Validação de um escore para predição de eventos hemorrágicos em síndromes coronarianas agudas Validación de un escore para predicción de eventos hemorrágicos en síndromes coronarios agudos Validation of a score for predicting bleeding events during acute coronary syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis C. L. Correia

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Sangramento é uma complicação grave em pacientes tratados para síndromes coronarianas agudas (SCA com antitrombóticos e terapias invasivas. Consequentemente, o benefício dessas terapias deve ser analisado contra os potenciais riscos de complicações hemorrágicas. Desta forma, a determinação de um escore para estimar o risco individual de sangramento pode representar uma importante ferramenta na tomada de decisões clínicas. OBJETIVO: Criar e validar um escore de risco de sangramento para pacientes com SCA. MÉTODOS: Foram utilizados preditores independentes de sangramento relatados pelo Registro GRACE. Variáveis com odds ratio (OR > 2,5 nesse Registro somaram 3 pontos (histórico anterior de sangramento, OR=1,5-2,4 somaram 2 pontos (clearance de creatinina 30, infra ou supra-desnivelamento do segmento ST, doença arterial periférica e fumo. O escore foi validado em uma coorte de 383 indivíduos com SCA. Sangramento hospitalar foi definido como queda de hematócrito > 10%, transfusão de sangue > 2 unidades, sangramento intracerebral ou sangramento fatal. RESULTADOS: A incidência de eventos hemorrágicos foi de 3,1% e a estatística-C do escore foi 0,66 (IC95% = 0,52-0,80, indicando capacidade preditiva para esses eventos. Aqueles com escore > 7 apresentaram 6% de incidência de sangramento, comparados com 1,9% se o escore era 7 e um maior risco imposto pelo tratamento com Clopidogrel (p=0,02, bloqueadores IIb/IIIa (p=0,06 e revascularização cirúrgica (p FUNDAMENTO: Sangrado es una complicación grave en pacientes tratados por síndromes coronarios agudos (SCA con antitrombóticos y terapias invasivas. Consecuentemente, el beneficio de esas terapias debe ser analizado contra los potenciales riesgos de complicaciones hemorrágicas. De esta forma, la determinación de un escore para estimar el riesgo individual de sangrado puede representar una importante herramienta en la toma de decisiones clínicas. OBJETIVO: Crear y

  19. Síndrome coronariana aguda em paciente com doença coronariana de alto risco no pós-operatório de colecistectomia videolaparoscópica Síndrome coronario agudo en paciente con enfermedad coronaria de alto riesgo en el postoperatorio de colecistectomía videolaparoscópica Acute coronary syndrome in a patient with severe coronary artery disease after laparoscopic cholecystectomy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Bechara de Souza Hobaika

    2007-08-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A isquemia miocárdica perioperatória é um evento incomum e quase sempre está relacionada com taquicardia e/ou hipotensão arterial em pacientes com doença coronariana de alto risco. RELATO DO CASO: Paciente do sexo masculino, 71 anos, diabético, hipertenso e com doença coronariana, submetido à colecistectomia videolaparoscópica. A anestesia foi induzida com propofol, cisatracúrio e remifentanil e mantida com sevoflurano e remifentanil. Durante o fechamento da parede o paciente apresentou hipertensão arterial, sem alterações ao ECG. A velocidade de infusão de remifentanil foi aumentada e, após cinco minutos, o paciente apresentou bloqueio atrioventricular total associado à redução da pressão arterial média (PAM. Após a administração de 1,0 mg de atropina e 0,1 mg de adrenalina, o paciente apresentou taquicardia temporária e a PAM se normalizou. Ele foi transferido consciente e extubado para UTI, onde, após 12 horas, apresentou dor precordial e ECG com infradesnivelamento ST de V4 a V6. O ecocardiograma revelou boa função sistólica, sem alterações segmentares e curva de CK-MB normal. O paciente foi tratado em protocolo de angina instável. CONCLUSÕES: O paciente apresentava risco aumentado para isquemia pós-operatória e foi submetido a um procedimento no qual as alterações hemodinâmicas são profundas. É sabido que instabilidades hemodinâmicas perioperatórias em pacientes com doença coronariana aumentam o risco de síndromes coronarianas no pós-operatório e estas podem ocorrer até 72 horas após o ato cirúrgico, apresentando-se, na maioria dos casos, de forma silenciosa. A administração pré-operatória de betabloqueadores e, mais recentemente, de estatinas têm se mostrado eficiente na redução de eventos isquêmicos perioperatórios nesses pacientes.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La isquemia miocárdica perioperatoria es un evento no común y está relacionada frecuentemente

  20. Pressão diastólica final do ventrículo esquerdo e síndromes coronarianas agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Teixeira

    2011-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há falta de dados sobre o impacto prognóstico da pressão diastólica final do ventrículo esquerdo (PDFVE sobre as síndromes coronarianas agudas (SCA. OBJETIVO: Avaliar a PDFVE e suas implicações prognósticas em pacientes com SCA. MÉTODOS: Estudo prospectivo, longitudinal e contínuo de 1.329 pacientes com SCA de um único centro, realizado entre 2004 e 2006. A função diastólica foi determinada através da PDFVE. A população foi dividida em dois grupos: Grupo A - PDFVE 26,5 mmHg (n = 226. RESULTADOS: Não houve diferenças significantes entre os grupos em relação aos fatores de risco para doença cardiovascular, histórico médico e terapia médica durante a admissão. Nos pacientes do grupo A, a SCA sem elevação do segmento ST foi mais frequente, bem como angiogramas coronários normais. A mortalidade hospitalar foi similar entre os grupos, mas a sobrevida de um ano foi maior entre os pacientes do grupo A (96,9 vs 91,2%, log rank p = 0,002. Em um modelo multivariado de regressão de Cox, uma PDFVE > 26,5 mmHg (RR 2,45, IC95% 1,05 - 5,74 permaneceu um preditor independente para mortalidade de um ano, quando ajustado para idade, fração de ejeção sistólica do VE, SCA com elevação do segmento ST, pico da troponina, glicemia na admissão hospitalar e diuréticos após 24 horas. Além disso, uma PDFVE > 26,5 mmHg foi um preditor independente de uma futura rehospitalização por IC congestiva (RR 6,65 IC95% 1,74 - 25,5. CONCLUSÃO: Em nossa população selecionada, a PDFVE apresentou uma influência prognóstica significante.

  1. Presence of depressive symptoms in patients with a first episode of acute Coronary Syndrome Presencia de síntomas depresivos en pacientes con primer episodio de Síndrome coronario agudo Presença de sintomas depressivos em pacientes com primeiro episódio de Síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Aparecida Marosti Dessotte

    2013-02-01

    , pues sabemos que la depresión dificulta el control de la coronariopatia.OBJETIVO: comparar possíveis diferenças quanto à presença de sintomas depressivos, segundo o diagnóstico clínico da síndrome coronariana aguda, sexo e faixa etária, uma semana antes do primeiro evento cardíaco. MÉTODO: estudo transversal, descritivo e exploratório, que utilizou o Inventário de Depressão de Beck. A amostra foi composta por 253 pacientes. RESULTADOS: os pacientes com diagnóstico clínico de angina instável, do sexo feminino e com idade inferior a sessenta anos relataram, com maior frequência, a presença de sintomas depressivos. CONCLUSÕES: elevada porcentagem de pacientes apresentava sintomas depressivos no momento da internação pelo primeiro episódio da síndrome coronariana aguda, e essa prevalência foi significativamente maior entre as mulheres, com menos de 60 anos e com angina instável. Esses resultados deverão embasar o atendimento na internação, alta e planejamento da reabilitação desses pacientes, pois se sabe que a depressão dificulta o controle da coronariopatia.

  2. Perfil glicometabólico inicial em pacientes com síndrome coronariana aguda e síndrome metabólica Perfil glucometabólico inicial en pacientes con síndrome coronario agudo y síndrome metabólico Early glucometabolic profile in patients with acute coronary syndromes and metabolic syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos M. C. Monteiro

    2009-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Pacientes com síndrome metabólica (SM têm alto risco coronariano e a disfunção da célula beta ou resistência à insulina pode prever um risco adicional de eventos cardiovasculares precoces. OBJETIVO: Avaliar as alterações glicometabólicas precoces em pacientes com SM, mas sem diagnóstico de diabete tipo 2, após síndrome coronariana aguda. MÉTODOS: Um total de 114 pacientes foi submetido ao teste oral de tolerância à glicose (TOTG, 1-3 dias da alta hospitalar, após infarto agudo do miocárdio ou angina instável. Baseado no TOTG, definimos três grupos de pacientes: tolerância normal à glicose (TNG; n=26, tolerância alterada à glicose (TAG; n=39 ou diabetes mellitus (DM; n=49. O Modelo de Avaliação da Homeostase (HOMA-IR foi usado para estimar a resistência à insulina; a responsividade da célula beta foi avaliada através do índice insulinogênico de 30 minutos (ΔI30/ΔG30. RESULTADOS: Baseado no HOMA-IR, os pacientes com DM eram mais insulino-resistentes do que aqueles com TNG ou TAG (pFUNDAMENTO: Pacientes con síndrome metabólico (SM tienen alto riesgo coronario y la disfunción de la célula beta o la resistencia a la insulina puede prever un riesgo adicional de eventos cardiovasculares precoces. OBJETIVO: Evaluar las alteraciones glucometabólicas precoces en pacientes con SM, pero sin diagnóstico de diabetes tipo 2, tras el síndrome coronario agudo. MÉTODOS: Un total de 114 pacientes fue sometido a la prueba oral de tolerancia a la glucosa (POTG, de un a tres días tras el alta hospitalaria, y luego de infarto agudo de miocardio o angina inestable. Basado en el POTG, definimos tres grupos de pacientes: tolerancia normal a la glucosa (TNG; n=26, tolerancia alterada a la glucosa (TAG; n=39 o diabetes mellitus (DM; n=49. Se utilizó el Modelo de Evaluación de la Homeostasis (HOMA-IR para estimarse la resistencia a la insulina; se evaluó la responsividad de la célula beta a través del

  3. Comportamento da síndrome coronariana aguda: resultados de um registro brasileiro Acute coronary syndrome behavior: results of a Brazilian registry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leopoldo Soares Piegas

    2013-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O Brasil carece de registros multicêntricos publicados de síndrome coronariana aguda. OBJETIVO: O Registro Brasileiro de Síndrome Coronariana Aguda é um estudo multicêntrico nacional com objetivo de apresentar dados representativos das características clínicas, e manejo e evolução hospitalares dessa síndrome. MÉTODOS: Participaram 23 hospitais de 14 cidades. Foram elegíveis pacientes que se apresentaram com suspeita de síndrome coronariana aguda nas primeiras 24 horas, com quadro clínico sugestivo, associado a alterações eletrocardiográficas compatíveis e/ou marcadores de necrose. O seguimento foi realizado até o óbito ou a alta hospitalar. RESULTADOS: Entre os anos de 2003 e 2008, foram incluídos 2.693 pacientes com diagnóstico de síndrome coronariana aguda, sendo 864 (32,1% mulheres. O diagnóstico final foi de angina instável para 1.141 (42,4% pacientes, com mortalidade de 3,06% deles; de infarto agudo do miocárdio sem supradesnível de ST para 529 (19,6% pacientes, com mortalidade de 6,8% deles; e de infarto agudo do miocárdio com supradesnível de ST para 950 (35,3% pacientes, com mortalidade de 8,1% deles; tiveram diagnóstico não confirmado 73 (2,7% pacientes, com mortalidade de 1,36% deles. A mortalidade global foi de 5,53%. O modelo de regressão logística múltipla identificou o gênero feminino (OR=1,45, o diabetes melito (OR=1,59, o índice de massa corporal (OR=1,27 e a intervenção coronariana percutânea (OR=0,70 como fatores de risco de óbito, para demografia e intervenções. Um modelo para óbito por complicações maiores identificou choque cardiogênico/Edema Agudo de Pulmão (OR=4,57, reinfarto (OR=3,48, acidente vascular cerebral (OR=21,56, sangramento grave (OR=3,33, parada cardiorrespiratória (OR=40,27 e classe funcional de Killip (OR=3,37. CONCLUSÃO: Os dados do Registro Brasileiro de Síndrome Coronariana Aguda não diferem de outros coletados fora do país. Seus achados poder

  4. Resposta circulatória à caminhada de 50 m na unidade coronariana, na síndrome coronariana aguda Respuesta circulatoria a la caminata de 50m en la unidad coronaria, en la síndrome coronaria aguda Circulatory response to a 50-m walk in the coronary care unit in acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Maria Carvalho Costa Dias

    2009-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Ausência de técnica padronizada e monitorada para iniciar a reabilitação de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA, na unidade coronariana. OBJETIVO: Descrever a técnica e a resposta circulatória à caminhada de 50 m (C50m. MÉTODOS: Estudo experimental, transversal, com 65 pacientes com SCA; destes 36 (54% com infarto agudo do miocárdio (IAM, Killip I; 29 (45,2% com angina instável (AI; 61,5% do sexo masculino, idade 62,8 ± 12,7 anos. Caminhada com início 45 ± 23 horas pós-internamento. Mensuraram-se pressão arterial sistólica (PAS mmHg e diastólica (PAD mmHg, freqüência cardíaca (FC bpm, duplo produto (PAS mmHg X FC bpm, saturação periférica de oxigênio (SpO2%, tempo de caminhada e percepção do esforço pela escala de Borg (EB. Obtiveram-se medições nas posições supina, sentada e ortostase (fase 1 - estresse gravitacional, no final da caminhada e pós-repouso de 5 minutos (fase 2 - estresse físico. RESULTADOS: Observou-se aumento da FC ao estresse gravitacional sentado (Δ = 4,18 e em ortostase (Δ = 2,69, (p 142 mmHg ao sentar associou-se com aumento significativo (p = 0,031 de 11 mmHg ao exercício em 13 pacientes com sobrepeso/obesidade e 85% com hipertensão. Verificaram-se efeitos adversos em 19 (29,2% pacientes, tonturas em 23,1%, com impedimento da caminhada em três deles. CONCLUSÃO: Nesta amostra, após 24 horas do evento coronariano, não se verificaram efeitos colaterais graves à C50m.FUNDAMENTO: Ausencia de técnica estandarizada y de monitoreo para iniciarse la rehabilitación de pacientes con síndrome coronaria aguda (SCA, en la unidad coronaria. OBJETIVO: Describir la técnica y la respuesta circulatoria a la caminata de 50m (C50m./ MÉTODOS: Estudio experimental, transversal, con 65 pacientes con SCA; el número de 36 (54% de ellos con infarto agudo de miocardio (IAM, Killip I; un total de 29 (45,2% con angina instable (AI; el 61,5% del sexo masculino, edad 62,8 ± 12,7 a

  5. Comparação entre troponina I cardíaca e CK-MB massa em síndrome coronariana aguda sem supra de ST Comparación entre troponina i cardíaca y ck-mb masa en síndrome coronario agudo sin supradesnivel de ST Comparison between cardiac troponin I and CK-MB mass in acute coronary syndrome without st elevation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há incertezas do valor prognóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI e CK-MB em síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Comparar o valor prognóstico entre a cTnI e a CK-MB massa em pacientes com SCA sem supradesnível do segmento ST. MÉTODOS: Foram analisados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, em um centro terciário de cardiologia. Combinações dos biomarcadores foram examinadas: cTnI normal, CK-MB massa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB massa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB massa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB massa elevada (20,7%. Análise multivariada de variáveis clínicas, eletrocardiográficas e laboratoriais determinou o valor prognóstico independente dos biomarcadores para o evento de morte ou (reinfarto em 30 dias. RESULTADOS: Pacientes com pelo menos um biomarcador elevado foram mais idosos (p = 0,02 e do sexo masculino (p FUNDAMENTO: Hay dudas sobre el valor pronóstico comparativo entre troponina I cardíaca (cTnI y CK-MB en síndrome coronario agudo (SCA. OBJETIVO: Comparar el valor pronóstico entre la cTnI y la CK-MB masa en pacientes con SCA sin supradesnivel del segmento ST. MÉTODOS: Fueron analizados 1.027 pacientes, de modo prospectivo, en un centro terciario de cardiología. Combinaciones de los biomarcadores fueron examinadas: cTnI normal, CK-MB masa normal (65,5%; cTnI normal, CK-MB masa elevada (3,9%; cTnI elevada, CK-MB masa normal (8,8%; cTnI elevada, CK-MB masa elevada (20,7%. Análisis multivariado de variables clínicas, electrocardiográficas y de laboratorio determinó el valor pronóstico independiente de los biomarcadores para el evento de muerte o (reinfarto en 30 días. RESULTADOS: Pacientes con por lo menos un biomarcador elevado eron más añosos (p = 0,02 y del sexo masculino (p BACKGROUND: There is uncertainty as to the comparative prognostic value between cardiac troponin I (cTnI and CK-MB in acute coronary syndrome (ACS. OBJECTIVE: To compare the prognostic

  6. Suspeita de Apneia Obstrutiva do Sono definida pelo Questionário de Berlim prediz eventos em pacientes com Síndrome Coronariana Aguda Sospecha de apnea obstructiva del sueño definida por el cuestionario de Berlín predice eventos en pacientes con síndrome coronario agudo Suspicion of Obstructive Sleep Apnea by Berlin Questionnaire predicts events in patients with Acute Coronary Syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eryca Vanessa S. de Jesus

    2010-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: De um ponto de vista mecanístico, a apneia obstrutiva do sono (SAOS pode causar distúrbios extras à homeostase cardiovascular na presença de síndrome coronariana aguda (SCA. OBJETIVO: Investigar se um diagnóstico clínico padronizado de SAOS, em pacientes com SCA, prediz o risco de eventos cardiovasculares durante hospitalização. MÉTODOS: Em um estudo de coorte prospectivo, um grupo de 200 pacientes com diagnóstico de SCA estabelecido entre Setembro de 2005 e Novembro de 2007, foram estratificados pelo Questionário de Berlim (QB para o risco de SAOS (alto ou baixo risco. Foi testado se o subgrupo de alto risco para SAOS apresenta maior tendência à eventos cardiovasculares. O endpoint primário avaliado foi um desfecho composto de morte cardiovascular, eventos cardíacos isquêmicos recorrentes, edema pulmonar agudo e acidente vascular cerebral durante a hospitalização. RESULTADOS: Noventa e quatro (47% dos pacientes identificados pelo QB apresentavam suspeita de SAOS. Alto risco para SAOS estava associado com uma mortalidade mais elevada, embora sem diferença estatística (4,25% vs 0,94%; p=0,189, mas com uma estatisticamente significante maior incidência de desfecho composto de eventos cardiovasculares (18,08% vs 6,6%; p=0,016. No modelo de regressão logística, os preditores multivariados de desfecho composto de eventos cardiovasculares foram idade (OR = 1,048; IC95%: 1,008 a 1,090; p=0,019, fração de ejeção do VE (OR = 0,954; IC95%: 0,920 a 0,989; p=0,010, e risco mais elevado de SAOS (OR = 3,657; IC95%: 1,216 a 10,996; p=0,021. CONCLUSÃO: O uso de um questionário simples e validado (QB para identificar pacientes com risco mais elevado de SAOS pode ajudar a prever o desfecho cardiovascular durante a hospitalização. Além disso, nossos dados sugerem que SAOS é muito comum em pacientes com SCA.FUNDAMENTO: Desde un punto de vista mecanístico, la apnea obstructiva del sueño (SAOS puede ocasionar disturbios

  7. Proteína C-reativa e prognóstico em síndromes coronarianas agudas: revisão sistemática e metanálise Proteína C-reactiva y pronóstico en síndromes coronarios agudos: revisión sistemática y metanálisis C-Reactive protein and outcomes in acute coronary syndromes: a systematic review and meta-analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís C. L. Correia

    2011-07-01

    Full Text Available A despeito da associação entre proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR e eventos recorrentes em síndromes coronarianas agudas sem supradesnível do segmento ST (SCA, a medida rotineira deste marcador não tem sido recomendada. No intuito de avaliar se as evidências científicas atuais justificam a incorporação da PCR para estratificação de risco na admissão hospitalar de pacientes com SCA, realizamos revisão sistemática e metanálise dos trabalhos indexados no MEDLINE, SCIELO ou LILACS, com os seguintes critérios de inclusão: desenho de coorte prospectiva e avaliação do valor prognóstico da PCR, mensurada por método de alta sensibilidade, no momento da admissão hospitalar de pacientes com SCA. Dezenove estudos preencheram os critérios de inclusão. Em relação ao seguimento de longo prazo, houve associação consistente entre PCR e eventos cardiovasculares, com odds ratio (OR global de 4,6 (95% IC = 2,3-7,6 e OR global multivariado de 2,5 (95% IC = 1,8-3,4. Quanto ao curto prazo, 9 estudos foram positivos e 6 estudos negativos, com OR global de 1,65 (95% IC = 1,2-2,3. O OR global multivariado não foi obtido para o seguimento de curto prazo, pois esta medida foi descrita em apenas três trabalhos heterogêneos. Somente dois trabalhos, de curto prazo, fizeram análise do valor preditor incremental da PCR em relação a modelos multivariados, com resultados contraditórios. Em conclusão, a escassez de avaliação do valor incremental da PCR, aliada a resultados controversos quanto ao valor preditor independente para eventos de curto prazo, não recomenda a utilização rotineira de PCR para estratificação de risco na admissão de SCA.A despecho de la asociación entre proteína C-reactiva de alta sensibilidad (PCR y eventos recurrentes en síndromes coronarios agudos sin supradesnivel del segmento ST (SCA, la medida de rutina de este marcador no ha sido recomendada. Con el propósito de evaluar si las evidencias cient

  8. Isquemia silenciosa na doença coronariana estável em vigência de tratamento medicamentoso

    OpenAIRE

    2007-01-01

    FUNDAMENTO: Existem poucos dados sobre comportamento da isquemia miocárdica às atividades habituais na vigência da medicação em pacientes com doença coronariana. OBJETIVO: Estudar mecanismo gerador da isquemia miocárdica avaliando-se o comportamento da pressão arterial e da freqüência cardíaca em pacientes com doença aterosclerótica estável, medicados e com evidência de isquemia. MÉTODOS: Cinqüenta pacientes (40 homens) realizaram ambulatorialmente por 24 horas a monitorização eletrocardiográ...

  9. Estudo da efetividade e da custo-efetividade de unidades dedicadas no atendimento às síndromes coronarianas agudas

    OpenAIRE

    André Luis Ferreira da Silva

    2013-01-01

    Introdução: Os serviços de emergência (SE) enfrentam o desafio de prestar cuidados de qualidade em face à superlotação. A ocorrência de tempos de espera prolongados e de excessiva permanência nos SE pode comprometer a qualidade do atendimento às doenças vasculares agudas através de erros diagnósticos ou do retardo na instituição de tratamentos para reperfusão tecidual, como nos casos de infarto agudo do miocárdio (IAM) e de acidente vascular cerebral (AVC). Em janeiro de 2006, foi implementad...

  10. Insufici??ncia renal aguda em pacientes com doen??a glomerular: aspectos histol??gicos e papel da necrose tubular aguda

    OpenAIRE

    Tavares, Maria Brand??o

    2011-01-01

    A insufici??ncia renal aguda ?? comum em pacientes com s??ndrome nefr??tica, podendo requerer terapia de substitui????o renal e ser irrevers??vel. A insufici??ncia renal aguda nesses pacientes pode ser precipitada por processos infecciosos, hipovolemia, drogas nefrot??xicas; entretanto na maioria dos casos a etiologia n??o ?? identificada e a insufici??ncia renal aguda ?? considerada idiop??tica. A necrose tubular aguda foi associada ?? insufici??ncia renal aguda em adultos com les??o m??nima...

  11. Gravidade da lesão angiográfica coronariana e polimorfismo da APOE nas síndromes coronarianas agudas Severidad de la lesión angiográfica coronaria y polimorfismo de la APOE en los síndromes coronarios agudos Severity of angiographic coronary obstruction and the apolipoprotein E polymorphism in acute coronary syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlisa Monteiro de Castro Dias

    2009-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Existem evidências de associação entre o polimorfismo da apolipoproteína E (APOE e a doença coronariana, entretanto há controvérsias. OBJETIVO: Avaliar a associação entre o número de vasos coronarianos acometidos por obstrução significativa definida por angiografia, o polimorfismo da APOE e as variáveis clínicas. MÉTODOS: Estudo transversal multicêntrico que envolveu 207 pacientes (138 homens com síndrome coronariana aguda (SCA em Niterói (RJ - Brasil, os quais realizaram angiografia coronariana e determinação do genótipo para o polimorfismo APOE *2*3*4, pelo método de Restriction Fragment Length Polymorphism (RFLP. RESULTADOS: A frequência dos alelos APOE *2 foi de 6,8%, *3 foi de 82,5%, e *4 foi de 10,7%. Quanto ao número de vasos lesados, 27% dos pacientes apresentavam obstrução uniarterial, 33,8%, biarterial, e 39,1%, triarterial ou de tronco da coronária esquerda. O grau de lesão multivascular não se relacionou com a presença do alelo *4 (p = 0,78, mas com a idade > 55 anos (p = 0,025, o ex-tabagismo (p = 0,004 e a dislipidemia (p = 0,05 na análise multivariada e com doença arterial coronariana prévia (p = 0,05, diabete (p = 0,038 e síndrome metabólica (p = 0,021 na análise univariada. A prevalência de dislipidemia, diabete e hipertensão arterial sistêmica (HAS foi elevada em relação a estudos semelhantes, com aumento progressivo da prevalência de HAS (p = 0,59 e de diabete (p = 0,06, de acordo com o número de vasos lesados. CONCLUSÃO: O polimorfismo da APOE não se associou ao número de vasos coronarianos com obstrução significativa em qualquer faixa etária. Por outro lado, a idade > 55 anos, o ex-tabagismo e a dislipidemia associaram-se à lesão multivascular.FUNDAMENTO: Hay evidencias de asociación entre el polimorfismo de la apolipoproteína E (APOE y la enfermedad coronaria, sin embargo hay controversias. OBJETIVO: Evaluar la asociación entre el número de vasos coronarios

  12. Valor prognóstico da interleucina-6 na evolução de pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento de segmento ST =Prognostic value of interleukin-6 in the outcome of patients with acute coronary syndrome without ST-segment elevation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Azevedo, Eduardo Mascarenhas et al.

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivos: Identificar o valor prognóstico da interleucina-6 (IL-6 em pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento de segmento ST internados na Unidade Coronariana do Hospital São Lucas da PUCRS. Métodos: Foram selecionados 90 pacientes consecutivos com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento de segmento ST, acompanhados por um período médio de 29,4 meses, em busca de desfechos tais como: óbito, infarto agudo do miocárdio, angina instável e cirurgia de revascularização miocárdica nos períodos de 30 dias, 60 dias, 6 meses, 1 ano e maior que 1 ano. Os pacientes foram divididos em 2 grupos, com valores de IL-6 acima ou abaixo do percentil 50, correspondentes a um ponto de corte de 3,7 (unidade de medida conforme padronização do laboratório DPC-Medlab. Resultados: Através de regressão logística, foi determinado que níveis de IL-6 > 3,7 estavam associados a um maior risco de infarto agudo do miocárdio após o período total de acompanhamento do estudo (OR 5,5; 95% IC 1,5-20,4; p 0,01. Conclusões: Níveis elevados de IL-6 podem estar associados a um pior desfecho cardiovascular nesse grupo de pacientes em suas diversas formas de apresentação e em distintos períodos de acompanhamento. Aims: To identify the prognostic value of interleukin- 6 (IL-6 in patients with acute coronary syndrome without ST-segment elevation admitted to the Coronary Care Unit of Hospital São Lucas da PUCRS. Methods: Ninety consecutive patients with acute coronary syndrome without ST-segment elevation were selected for the study and followed for an average period of 29. 4 months, analyzing the occurrence of the following adverse outcomes: death, acute myocardial infarction, unstable angina and a myocardial revascularization procedure in periods of 30 days, 60 days, 6 months, 1 year and more than 1 year. Patients were divided in 2 groups, according to IL-6 values, those with higher or lower values than the median (50

  13. Níveis de PCR são maiores em pacientes com síndrome coronariana aguda e supradesnivelamento do segmento ST do que em pacientes sem supradesnivelamento do segmento ST Niveles de PCR son mayores en pacientes con síndrome coronario agudo y supradesnivel del segmento ST que en pacientes sin supradesnivel del segmento ST CRP levels are higher in patients with ST elevation than non-ST elevation acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Syed Shahid Habib

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande interesse no uso de proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as para avaliação de risco. Altos níveis de PCR-as no início da síndrome coronária aguda (SCA, antes da necrose tecidual, pode ser um marcador substituto para comorbidades cardiovasculares. OBJETIVO: Dessa forma, nosso objetivo foi estudar diferentes medidas de seguimento de níveis de PCR-as em pacientes com SCA e comparar as diferenças entre infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI com pacientes apresentando elevação do segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este é um estudo observacional. Dos 89 pacientes recrutados, 60 apresentavam infarto agudo do miocárdio (IAM. Três níveis seriados de PCR-us, a nível basal na hospitalização antes de 12 horas após inicio dos sintomas, níveis de pico 36-48 horas após hospitalização e níveis de acompanhamento após 4 a 6 semanas foram analisados e comparados entre pacientes com (IAMCSST e sem supradesnivelamento do segmento ST (IAMSSST. RESULTADOS: Pacientes com IAMCSST tinham IMC significantemente mais alta quando comparados com pacientes IAMSSST. Os níveis de creatino quinase fração MB (CK-MB e aspartato aminotransferase (AST eram significantemente mais altos em pacientes com IAMCSST quando comparados com pacientes com IAMSSST (pFUNDAMENTO: Hay gran interés en el uso de proteína C-reactiva de alta sensibilidad (PCR-as para evaluación de riesgo. Altos niveles de PCR-as en el comienzo del síndrome coronario agudo (SCA, antes de la necrosis tisular, puede ser un marcador sustituto para comorbilidades cardiovasculares. OBJETIVO: De esa forma, nuestro objetivo fue estudiar diferentes medidas de seguimiento de niveles de PCR-as en pacientes con SCA y comparar las diferencias entre infarto de miocardio sin elevación del segmento ST (NSTEMI con pacientes presentando elevación del segmento ST (STEMI. MÉTODOS: Este es un estudio observacional. De los 89 pacientes reclutados, 60

  14. Associação entre doença periodontal e síndrome coronariana aguda Association between periodontal disease and acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Luiz Rech

    2007-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a relação entre a DP e SCA e verificar a associação entre a DP e periodontite em pacientes com SCA. MÉTODOS: Foram incluídos 58 pacientes com diagnóstico de SCA e 57 controles, sem história de doença arterial coronariana (DAC. Variáveis: hipertensão arterial, diabete, dislipidemia, obesidade, história de DAC, tabagismo e polimorfismo genético do gene da interleucina-1beta. RESULTADOS: Fizeram parte do estudo 115 indivíduos. No grupo SCA, 58 pacientes foram avaliados, sendo 32 (55,2% do sexo masculino e 26 (44,8% do sexo feminino. No grupo controle, 57 indivíduos, sendo 32 (56,1% do sexo masculino e 25 (43,9% do sexo feminino. Verificou-se DP em 26 (44,8% pacientes com SCA e em 15 (26,6% pacientes do grupo controle (beta2 = 4,43, p = 0,04. Análise pela regressão logística, para a associação entre DP e SCA, demonstrou RC de 1,8 (IC 95%: 1,0-5,0; p = 0,24. A associação de periodontite com SCA apresentou RC: 4,5 (IC 95%: 1,3-15,6; p = 0,019. CONCLUSÃO: Não observamos associação independente entre a DP e SCA. Houve associação independente entre periodontite e SCA.OBJECTIVE: To evaluate the relationship between PD and ACS and the association of PD and periodontitis in ACS patients. METHODS: Fifty-eight ACS patients and 57 controls with no history of coronary artery disease (CAD were included in the study. Variables: arterial hypertension, diabetes, dyslipidemia, obesity, history of CAD, cigarette smoking, and interleukin-1beta gene polymorphism. RESULTS: One hundred and fifteen subjects were enrolled in the study. In the ACS group, 58 patients were evaluated, 32 of whom (55.2% were male and 26 (44.8%, female. In the control group, 57 subjects were evaluated, 32 (56.1% of whom were male and 25 (43.9%, female. Periodontal disease was diagnosed in 26 (44.8% ACS patients and 15 (26.6% control patients (beta2 = 4.43, p = 0.04. In a logistic regression analysis, the odds ratio for association between PD and ACS

  15. Anticorpos contra LDL-ox e síndrome coronariana aguda Anticuerpos contra LDL-ox y síndrome coronario agudo Antibodies against OxLDL and acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Brito Medeiros

    2010-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL-ox induz à formação de epítopos imunogênicos na molécula. A presença de autoanticorpos contra a LDL-ox tem sido demonstrada no soro de pacientes com doença arterial coronariana (DAC. Contudo, o papel desses autoanticorpos na fisiopatologia das síndromes coronarianas agudas (SCA e o seu significado clínico permanecem indefinidos. OBJETIVO: Avaliar a associação entre autoanticorpos contra a LDL-ox e SCA. MÉTODOS: Os títulos de imunoglobulina G autoanticorpos contra a LDL-ox por cobre (antiLDL-ox e contra o peptídeo sintético D derivado da apolipoproteína B (antipeptD foram determinados por ensaio imunoenzimático (ELISA em 90 pacientes, nas primeiras 12h de SCA (casos e em 90 pacientes com DAC crônica (controles. RESULTADOS: Os resultados mostraram que os títulos de antiLDL-ox foram significativamente mais elevados (p = 0,017 nos casos (0,40 ± 0,22, do que nos controles (0,33 ± 0,23. Por outro lado, os títulos de antipeptD foram significativamente menores (p FUNDAMENTO: La oxidación de la lipoproteína de baja densidad (LDL-ox induce a la formación de epítopos inmunogénicos en la molécula. La presencia de autoanticuerpos contra la LDL-ox ha sido demostrada en el suero de pacientes con enfermedad arterial coronaria (EAC. No obstante eso, el papel de esos autoanticuerpos en la fisiopatología de los síndromes coronarios agudos (SCA y su significado clínico permanecen indefinidos. OBJETIVO: Evaluar la asociación entre autoanticuerpos contra la LDL-ox y SCA. MÉTODOS: Los títulos de inmunoglobulina G autoanticuerpos contra la LDL-ox por cobre (antiLDL-ox y contra el péptido sintético D derivado de la apolipoproteína B (antipeptD fueron determinados por ensayo inmunoenzimático (ELISA en 90 pacientes, en las primeras 12h de SCA (casos y en 90 pacientes con EAC crónica (controles. RESULTADOS: Los resultados mostraron que los títulos de antiLDL-ox fueron

  16. Diarreia aguda: manejo baseado em evidências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Galeão Brandt

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Objetivos: Descrever as recomendações atuais sobre a melhor maneira de conduzir o paciente pediátrico com doença diarreica aguda. Fonte dos dados: PubMed, Scopus, Scholar Google. Síntese dos dados: Houve pouco avanço no uso dos sais de reidratação oral (SRO nas últimas décadas apesar de ser amplamente divulgado por meio de diretrizes internacionais. Vários estudos vêm sendo feitos na tentativa de melhorar a eficácia do SRO. Hidratação venosa com solução salina isotônica, infundida de forma rápida, deve ser indicada em casos de desidratação grave. A nutrição deve ser assegurada logo após a resolução da desidratação e é primordial para a saúde intestinal e imunológica. Restrições alimentares usualmente não são benéficas e podem ser prejudiciais. As medicações sintomáticas têm indicação restrita e antibióticos são indicados em casos específicos, cólera e shiguelose moderada a grave. Conclusões: A hidratação e a nutrição continuam a ser as intervenções com melhor impacto sobre o curso da diarreia aguda.

  17. Piomiosite bacteriana aguda (PBA em crianças eutróficas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirtha B. Talavera

    2003-08-01

    Full Text Available A infecção aguda do músculo esquelético é denominada piomiosite bacteriana aguda (PBA. Ocorre mais freqüentemente em regiões tropicais e é mais prevalecente em crianças em idade escolar. A maioria dos casos relatados aconteceu em crianças desnutridas, com parasitoses. Relatamos quatro casos de PBA em crianças previamente eutróficas. A presença de dor muscular aguda localizada, com ou sem sintomas inflamatórios, ocorreu em todos os quatro casos. Osteomielite e/ou artrite séptica também ocorreram em todos os casos. O exame de escolha para o diagnóstico definitivo foi a ressonância nuclear magnética. A terapia foi realizada com antibioticoterapia endovenosa e drenagem cirúrgica dos abscessos.

  18. Análise de causalidade da relação entre sangramento e letalidade de Síndromes Coronarianas Agudas Causality analysis of the relationship between bleeding and lethality in Acute Coronary Syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Cláudio Lemos Correia

    2012-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Eventos hemorrágicos em Síndromes Coronarianas Agudas (SCA apresentam associação independente com óbito em registros multicêntricos internacionais. No entanto, essa associação não foi testada em nosso meio e a verdadeira relação causal entre sangramento e óbito não está plenamente demonstrada. OBJETIVO: Testar as hipóteses de que: (1 sangramento maior é preditor independente de óbito hospitalar em SCA; (2 a relação entre esses dois desfechos é causal. MÉTODOS: Incluídos pacientes com critérios pré-definidos de angina instável, infarto sem supradesnivelamento do ST ou infarto com supradesnivelamento do ST. Sangramento maior durante o internamento foi definido de acordo com os tipos 3 ou 5 da Classificação Universal de Sangramento. Regressão logística e análise da sequência de eventos foram utilizadas para avaliar a associação entre sangramento e óbito. RESULTADOS: Dentre 455 pacientes estudados, 29 desenvolveram sangramento maior (6,4%; 95%IC = 4,3-9,0%. Esses indivíduos apresentaram mortalidade hospitalar de 21%, comparados a 5,6% nos pacientes sem sangramento (RR = 4,0; 95%IC = 1,8-9,1; P = 0,001. Após ajuste para escore de propensão, sangramento maior permaneceu preditor de óbito hospitalar (OR = 3,34; 95%IC = 1,2-9,5; P = 0,02. Houve 6 óbitos dentre 29 pacientes que sangraram. No entanto, análise detalhada da sequência de eventos demonstrou relação causal em apenas um caso. CONCLUSÃO: (1 Sangramento maior é preditor independente de óbito hospitalar em SCA; (2 O papel do sangramento como marcador de risco predomina sobre seu papel de fator de risco para óbito. Essa conclusão deve ser vista como geradora de hipótese a ser confirmada por estudos de maior tamanho amostral. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0BACKGROUND: Hemorrhagic events in Acute Coronary Syndromes (ACS have been independently associated with death in international multicenter registries. However, that

  19. Uso de Intervenções Baseadas em Evidências na Síndrome Coronária Aguda – Subanálise do Registro ACCEPT

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Wang

    2014-04-01

    Full Text Available Fundamento: As diretrizes baseiam-se em evidências para pautar suas recomendações; apesar disso, há uma lacuna entre o recomendado e a prática clínica. Objetivo: Descrever a prática de prescrição de tratamentos com indicação baseada em diretrizes para pacientes com síndrome coronariana aguda no Brasil. Métodos: Foi realizada uma subanálise do registro ACCEPT, na qual foram avaliados os dados epidemiológicos e a taxa de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas. Além disso, avaliou-se a qualidade da reperfusão coronariana no infarto com supradesnivelamento do segmento ST. Resultados: Foram avaliados 2.453 pacientes. As taxas de prescrição de ácido acetilsalicílico, inibidores de P2Y12, antitrombóticos, betabloqueadores, inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1 e estatinas foram, respectivamente, de 97,6%, 89,5%, 89,1, 80,2%, 67,9%, 90,6%, em 24 horas, e, respectivamente, de 89,3%, 53,6, 0%, 74,4%, 57,6%, 85,4%, em 6 meses. Com relação ao infarto com supradesnivelamento do segmento ST, somente 35,9% e 25,3% dos pacientes foram submetidos a angioplastia primária e trombólise, respectivamente, nos tempos recomendados. Conclusão: Este registro mostrou altas taxas de prescrição inicial de antiplaquetários, antitrombóticos e estatina, bem como taxas mais baixas de betabloqueadores e de inibidores da enzima conversora de angiotensina/bloqueadores AT1. Independentemente da classe, todos apresentaram queda do uso aos 6 meses. A maioria dos pacientes com infarto com supradesnivelamento do segmento ST não foi submetida a reperfusão coronariana no tempo recomendado.

  20. Manifestacoes orais decorrentes da quimioterapia em criancas portadoras de leucemia linfocitica aguda

    OpenAIRE

    Everton Freitas de Morais; Jadson Alexandre da Silva Lira; Romulo Augusto de Paiva Macedo; Klaus Steyllon dos Santos; Cassandra Teixeira Valle Elias; Maria de Lourdes Silva de Arruda Morais

    2014-01-01

    Introdução: A leucemia linfocítica aguda é um dos tipos de câncer mais comuns em crianças e é caracterizada pela produção excessiva e desordenada de leucócitos imaturos na medula óssea. Objetivo: Identificar as manifestações orais mais frequentes em crianças portadoras de leucemia linfocítica aguda sob o tratamento quimioterápico. Metodologia: A pesquisa foi realizada nas bases de dados eletrônicas PubMed/Medline, Science Direct, Scielo e Scopus. Procurou-se por artigos apresentados ...

  1. Aspectos relevantes da doença arterial coronariana em candidatos à cirurgia não cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilson Cassem Ramos

    2010-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Devido à sua prevalência, a doença arterial coronariana (DAC constitui a principal causa de morbimortalidade em cirurgias eletivas, o que justifica a presente revisão, cujo objetivo foi principalmente estabelecer condutas pré-operatórias baseadas em normas e diretrizes para minimizar a morbimortalidade peri e pós-operatória dos portadores de DAC. CONTEÚDO: São apresentadas características gerais da DAC, assim como seus mecanismos fisiopatogênicos, as principais variáveis relacionadas ao preparo pré-operatório de pacientes com DAC, bem como condutas frente aos enfermos de maior risco cirúrgico. CONCLUSÕES: Portadores de DAC candidatos à cirurgia não cardíaca devem ser rigorosamente avaliados. Os identificados como de alto risco podem beneficiar-se com testes pré-operatórios provocativos de isquemia miocárdica, assim como de intervenções coronarianas invasivas, precedendo operações cirúrgicas eletivas. Em pacientes selecionados, deve-se considerar o uso de betabloqueador e de estatinas .

  2. Insuficiência renal aguda em pacientes com Síndrome Hellp

    OpenAIRE

    Sílvia Maria Dorigoni

    2001-01-01

    A síndrome HELLP ocorre em gestantes ou puérperas e é caracterizada pelo surgimento de hemólise, elevação de enzimas hepáticas e plaquetopenia. Desenvolve-se em aproximadamente 10% das gestantes com pré-eclampsia, sendo mais freqüente entre a 22a e 36a semanas de gestação. Insuficiência renal aguda é uma complicação freqüente e grave nessas pacientes. O objetivo deste estudo foi avaliar, em pacientes com síndrome HELLP, a prevalência de insuficiência renal aguda e estudar fatores a ela associ...

  3. Osteomielite hematogênica aguda em Pediatria: análise de casos atendidos em hospital universitário

    OpenAIRE

    Puccini, Pedro Fiorini; Maria Aparecida G. Ferrarini; Iazzetti, Antônio Vladir [UNIFESP

    2012-01-01

    OBJETIVO: Descrever a ocorrência, a evolução e o desfecho de pacientes com osteomielite hematogênica aguda na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: Estudo descritivo de 21 casos de pacientes de zero a 14 anos com diagnóstico de osteomielite hematogênica aguda, em acompanhamento no Ambulatório de Infectologia Pediátrica da Escola Paulista de Medicina entre 2005 e 2009. A coleta de dados ocorreu pelo levantamento de prontuários. Realizaram-se a análise descritiva e o teste de correlação de Spearman...

  4. Acometimento cardíaco em pacientes com doença de Chagas aguda em microepidemia familiar, em Abaetetuba, na Amazônia Brasileira

    OpenAIRE

    Pinto, Ana Yecê das Neves; Harada,Geraldo Saburo; Valente,Vera da Costa; Abud,José Elson Araújo; Gomes,Francisco dos Santos; Souza,Gilberto César Rodrigues de; Valente,Sebastião Aldo da Silva

    2001-01-01

    Os autores mostram os principais achados clínicos relativos ao acometimento cardíaco, em pacientes portadores de doença de Chagas aguda em mais um episódio de microepidemia familiar na Amazônia brasileira. Foram estudados 13 pacientes com doença de Chagas aguda, procedentes do município de Abaetetuba-PA e submetidos à avaliação clínica e cardiológica, eletrocardiograma e ecocardiograma. As extra-sístoles supraventriculares e/ou ventriculares ocorreram em 38,5% dos casos. Bloqueios de ramo dir...

  5. Manifestacoes orais decorrentes da quimioterapia em criancas portadoras de leucemia linfocitica aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Freitas de Morais

    2014-01-01

    Full Text Available Introdução: A leucemia linfocítica aguda é um dos tipos de câncer mais comuns em crianças e é caracterizada pela produção excessiva e desordenada de leucócitos imaturos na medula óssea. Objetivo: Identificar as manifestações orais mais frequentes em crianças portadoras de leucemia linfocítica aguda sob o tratamento quimioterápico. Metodologia: A pesquisa foi realizada nas bases de dados eletrônicas PubMed/Medline, Science Direct, Scielo e Scopus. Procurou-se por artigos apresentados na íntegra, escritos em português, inglês e espanhol, publicados entre janeiro de 1992 e abril de 2013. Resultados: Dos estudos selecionados primariamente, apenas oito atenderam aos critérios de inclusão. A população avaliada foi um grupo de crianças portadoras de leucemia linfócitica aguda. Todos os estudos realizaram exames intraorais para o diagnóstico das lesões bucais. De acordo com os resultados, as lesões mais frequentes foram mucosite, candidíase, periodontite e gengivite. A condição de saúde bucal dos portadores de leucemia linfócitica aguda variou de acordo com a higiene bucal do paciente. Conclusão: Pacientes com LLA podem apresentar alguma lesão na cavidade oral durante ou após o início da quimioterapia. O cirurgião dentista necessita reconhecer as manifestações orais e intervir na saúde bucal do paciente com LLA, contribuindo e auxiliando no seu tratamento.

  6. Pancreatite aguda grave: resultados do tratamento cirúrgico em 68 pacientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Louro Costa

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados do tratamento cirúrgico das formas necrosantes, ou graves, da pancreatite aguda e da forma crônica agudizada. MÉTODO: Foi preenchido um protocolo, de modo consecutivo e prospectivo, de 68 pacientes operados por pancreatite aguda grave e crônica agudizada, no período de 1982 a 2000. Os pacientes foram classificados em três categorias: 1. Pancreatite aguda biliar; 2. Pancreatite aguda de causa indeterminada; 3. Pancreatite crônica agudizada. RESULTADOS: As indicações para o tratamento cirúrgico foram: diagnóstico incerto (32,3%; necrose infectada (60,3% e para necrosectomia (7,4%. As operações realizadas foram: desbridamento de necrose infectada(70,6%; operações sobre as vias biliares (20,6% e desbridamento de grandes necroses (7,4%. Os óbitos hospitalares incidentes, por categoria foram: 1. Pancreatite aguda biliar (33,3%; 2. Pancreatite aguda indeterminada (45,0%; 3. Pancreatite crônica agudizada (37,0%. A média de óbitos foi de 38,2%. Vinte e cinco pacientes foram reoperados, uma ou várias vezes, e nestes a mortalidade foi de 40,0%. Os abscessos foram responsáveis por 52,0% dos óbitos e as outras complicações que resultaram em óbitos, sempre evoluiram para infecção. CONCLUSÕES: Ocorreu um alto índice de operações por diagnóstico incerto. Esta indicação deve se restringir aos casos onde não seja possível o diagnóstico diferencial com certas causas de abdome agudo. As indicações para tratar precocemente a litíase biliar devem ser evitadas ou reduzidas a situações específicas. As reoperações são freqüentemente indicadas nesses pacientes e a infecção foi a principal causa de morte.

  7. Atividade gastroprotetora do hidroxicitronelal em modelos de lesÃo gÃstrica aguda em camundongos.

    OpenAIRE

    CÃsar Braga de Holanda OsÃrio

    2011-01-01

    O hidroxicitronelal à um composto amplamente usado como fragrÃncia em cosmÃticos. Este composto pode ser obtido a partir da semi-sÃntese do citronelal, um terpeno isolado do Ãleo essencial de citronela (Cymbopogon marginatus) ou de cidreira (Melissa officinalis), e tambÃm vÃrias outras plantas. O objetivo deste estudo à demonstrar a atividade gastroprotetora do hidroxicitronelal em modelos de lesÃo gÃstrica aguda. A manipulaÃÃo dos animais e os protocolos experimentais foram registrados no...

  8. Leucemia linfoblástica aguda em lactentes: 20 anos de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Ibagy

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar pacientes com menos de dois anos de idade com leucemia linfoblástica aguda atendidos no período de 1990 a 2010, em um centro de referência estadual. MÉTODOS: Estudo clínico, epidemiológico, transversal, descritivo e observacional. Pacientes incluídos tinham menos de dois anos de idade, com leucemia linfoblástica aguda, tratados no período de 1990 a 2010 na unidade de oncologia pediátrica de um centro de referência estadual, totalizando 41 casos. RESULTADOS: Todos os pacientes eram Caucasianos e 60,9% eram do sexo feminino. Com relação à idade, 24,38% tinham menos de seis meses, 17,07% tinham entre seis meses e um ano e 58,53% mais do que um ano de idade. A idade de seis meses foi estatisticamente significante para o desfecho de óbito. Os sinais e sintomas predominantes foram febre, hematomas e petéquias. Uma contagem de leucócitos superior a 100.000 foi observada em 34,14% dos casos; hemoglobina inferior a 11 em 95,13% e contagem de plaquetas inferior a 100.000, em 75,61% dos casos. Infiltração do sistema nervoso central estava presente em 12,91% dos pacientes. Em relação à linhagem, a linhagem B predominou (73%, mas a linhagem de células T foi estatisticamente significativa para o óbito. Trinta e nove por cento dos pacientes tiveram recorrência da doença. Em relação ao estado vital, 70,73% dos pacientes morreram, sendo choque séptico a principal causa. CONCLUSÕES: leucemia linfoblástica aguda em crianças tem uma alta taxa de mortalidade, principalmente em crianças menores de um ano e linhagem derivada de células T.

  9. Mielopatia transversa em adulto portador de leucemia aguda linfoblástica: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brito José Correia de Farias

    2001-01-01

    Full Text Available Relatamos um caso de mielopatia transversa aguda em paciente masculino de 31 anos de idade, branco, portador de leucemia aguda linfoblástica, subtipo L3 (LLA-L3. Esta é uma forma grave de leucemia e compromete mais crianças em relação aos adultos. Menos de 1% dos pacientes leucêmicos apresentam complicações espinais. No paciente em estudo, a sintomatologia instalou-se de modo abrupto e com as seguintes características: dores nas costas, paraplegia crural flácida e perda das funções sensitivas e vegetativas abaixo do segmento afetado. O diagnóstico etiológico foi estabelecido após a realização dos seguintes exames: hemograma, mielograma, análise do líquido cefalorraqueano e ressonância magnética de coluna dorsal. Foi instituído tratamento específico, que não interferiu com a evolução fatal da doença.

  10. Manejo da asma aguda em adultos na sala de emergência: evidências atuais

    OpenAIRE

    Dalcin, Paulo de Tarso Roth; Perin,Christiano

    2009-01-01

    Asma é uma doença com uma alta prevalência em nosso meio e ao redor do mundo. Embora novas opções terapêuticas tenham sido recentemente desenvolvidas, parece haver um aumento mundial na sua morbidade e mortalidade. Em muitas instituições, as exacerbações asmáticas ainda se constituem em uma emergência médica muito comum. As evidências têm demonstrado que o manejo da asma aguda na sala de emergência concentra decisões cruciais que podem determinar o desfecho desta situação clínica. Nesta revis...

  11. Utilização de terapêuticas comprovadamente úteis no tratamento da coronariopatia aguda: comparação entre diferentes regiões brasileiras. Análise do Registro Brasileiro de Síndromes Coronarianas Agudas (BRACE - Brazilian Registry on Acute Coronary Syndromes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Nicolau

    2012-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Pouco se sabe, em nosso meio, sobre diferenças regionais no tratamento da coronariopatia aguda. OBJETIVO: Analisar o comportamento regional relativamente à utilização de terapêuticas comprovadamente úteis na coronariopatia aguda. MÉTODOS: Foram selecionados aleatoriamente 71 hospitais, respeitando-se a proporcionalidade do país em relação à localização geográfica, entre outros critérios. Na população global, foi analisada regionalmente a utilização de AAS, clopidogrel, inibidor da ECA/bloqueador de AT1, betabloqueador e estatina, isoladamente e agrupados por escore individual que variou de 0 (nenhum medicamento utilizado a 100 (todos utilizados. No infarto com supradesnivelamento de ST (IAMCSST foram analisadas diferenças regionais sobre utilização de terapêuticas de recanalização (fibrinolíticos e angioplastia primária. RESULTADOS: No global da população, nas primeiras 24 horas de hospitalização, a média de escore na região Norte-Nordeste (70,5 ± 22,1 foi menor (p < 0,05 do que nas regiões Sudeste (77,7 ± 29,5, Centro-Oeste (82 ± 22,1 e Sul (82,4 ± 21. Por ocasião da alta, o escore da região Norte-Nordeste (61,4 ± 32,9 foi menor (p < 0,05 do que nas regiões Sudeste (69,2 ± 31,6, Centro-Oeste (65,3 ± 33,6, e Sul (73,7 ± 28,1; adicionalmente, o escore do Centro-Oeste foi menor (p < 0,05 do que o do Sul. No IAMCSST, o uso de terapêuticas de recanalização foi maior no Sudeste (75,4%, p = 0,001 em relação ao restante do país, e menor no Norte-Nordeste (52,5%, p < 0,001 em relação ao restante do país. CONCLUSÃO: O uso de terapêuticas comprovadamente úteis no tratamento da coronariopatia aguda está aquém do desejável no país, com importantes diferenças regionais.

  12. Pancreatite aguda em pediatria: revisão sistemática da literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Mekitarian Filho

    2012-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os principais aspectos epidemiológicos, clínicos, diagnósticos e do tratamento de crianças com pancreatite aguda. FONTES DOS DADOS: Realizada revisão sistemática das bases de dados MEDLINE e SciELO nos últimos 5 anos sobre pancreatite aguda em crianças, bem como consultadas referências relevantes dos textos obtidos. SÍNTESE DOS DADOS: Os casos de pancreatite aguda em crianças recebem crescente atenção nos últimos anos, sendo verificado um aumento na incidência da doença em diversos estudos. As principais etiologias em crianças envolvem doença biliar, pancreatite secundária a medicamentos, pancreatite hereditária recorrente e trauma, sendo até 30% dos casos sem etiologia definida. O diagnóstico baseia-se na combinação de aspectos clínicos, laboratoriais com elevação das enzimas acinares e testes radiológicos. Tratamento de suporte inicial, com reposição volêmica adequada e correção dos distúrbios metabólicos, além de terapêutica nutricional específica, são os pontos fundamentais no manejo dos quadros agudos. Complicações a longo prazo são incomuns, e as taxas de mortalidade, inferiores às da população adulta. CONCLUSÃO: O diagnóstico precoce e o manejo apropriado podem contribuir para a melhor evolução da criança com pancreatite e prevenir as complicações imediatas e tardias relacionadas à doença. Mais estudos são necessários para melhor elucidar aspectos relacionados ao diagnóstico clínico e radiológico da pancreatite em crianças, bem como aspectos da terapêutica nutricional nessa faixa etária.

  13. Escore de risco Dante Pazzanese para síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST Score de riesgo dante pazzanese para síndrome coronario agudo sin supradesnivel del segmento ST Dante Pazzanese risk score for non-st-segment elevation acute coronary syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabete Silva dos Santos

    2009-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em síndrome coronariana aguda (SCA, é importante estimar a probabilidade de eventos adversos. OBJETIVO: Desenvolver um escore de risco em uma população brasileira com SCA sem supradesnivelamento do segmento ST (SST. MÉTODOS: Foram avaliados prospectivamente 1.027 pacientes em um centro brasileiro de cardiologia. Um modelo de regressão logística múltipla foi desenvolvido para prever o risco de morte ou de (reinfarto em 30 dias. A acurácia preditiva do modelo foi determinada pelo C statistic. RESULTADOS: O evento combinado ocorreu em 54 pacientes (5,3%. O escore foi criado pela soma aritmética de pontos dos preditores independentes, cujas pontuações foram designadas pelas respectivas probabilidades de ocorrência do evento. As seguintes variáveis foram identificadas: aumento da idade (0 a 9 pontos; antecedente de diabete melito (2 pontos ou de acidente vascular cerebral (4 pontos; não utilização prévia de inibidor da enzima conversora da angiotensina (1 ponto; elevação da creatinina (0 a 10 pontos; e combinação de elevação da troponina I cardíaca e depressão do segmento ST (0 a 4 pontos. Foram definidos quatro grupos de risco: muito baixo (até 5 pontos; baixo (6 a 10 pontos; intermediário (11 a 15 pontos; e alto risco (16 a 30 pontos. O C statistic para a probabilidade do evento foi de 0,78 e para o escore de risco em pontuação de 0,74. CONCLUSÃO: Um escore de risco foi desenvolvido para prever morte ou (reinfarto em 30 dias em uma população brasileira com SCA sem SST, podendo facilmente ser aplicável no departamento de emergência.FUNDAMENTO: En el síndrome coronario agudo (SCA, es importante estimar la probabilidad de eventos adversos. OBJETIVO: Desarrollar un score de riesgo en una población brasileña con SCA sin supradesnivel del segmento ST (SST. MÉTODOS: Se evaluaron prospectivamente 1.027 pacientes en un centro brasileño de cardiología. Un modelo de regresión logística múltiple se

  14. Apendicite aguda isquêmica em coelhos: um novo modelo com estudo histopatológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Costa Nunes

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a isquemia parcial ou total do apêndice vermiforme de coelhos, através da ligadura com fio inabsorvível dos vasos do meso apêndice bem como a obstrução mecânica, através da ligadura com fio inabsorvível da base do apêndice a 1 cm do ceco, na patogênese da apendicite aguda. Avaliar a histologia do apêndice (normal e acometido. Estudar a flora bacteriana residente no apêndice vermiforme (normal e acometido e do exsudato peritoneal. MÉTODO: Foram utilizados 72 coelhos (Oryctogalus cuniculos, machos, da linhagem Nova Zelândia, com peso médio de 3.000 gramas. Foram divididos em grupos: piloto (A, flora bacteriana (B, controle (H e experimento (C, D, E, F e G com períodos de observação de 96 horas e 192 horas. Fez-se a ligadura dos vasos do meso apêndice com fio inabsorvível nos grupos (D, E, F e G e da base do apêndice vermiforme a 1 cm do ceco, no grupo (C. No grupo experimento (D, E, F e G foi praticado o modelo isquêmico. No grupo experimento (C foi realizada a obstrução mecânica e no grupo controle (H foi feita somente a simulação da cirurgia. RESULTADOS: Ocorreu apendicite aguda no grupo experimento (C,D,E,F, e G. CONCLUSÕES: O método utilizado causa apendicite aguda com alterações anatomopatológicas distintas. A bactéria residente encontrada na flora fisiológica do suco entérico do apêndice vermiforme e no exsudato peritoneal foi Escherichia coli.

  15. Apendicite aguda isquêmica em coelhos: novo modelo com estudo histopatológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nunes Fernando Costa

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a isquemia parcial ou total, através da ligadura com fio inabsorvível dos vasos do mesoapêndice do apêndice vermiforme de coelhos, bem como a obstrução mecânica, através da ligadura com fio inabsorvível da base do apêndice vermiforme, a 1 cm do ceco. Avaliar a histologia do apêndice ( normal e acometido . Estudar a flora bacteriana residente no apêndice vermiforme ( normal e acometido e do exsudato peritoneal. MÉTODOS: Foram utilizados 72 coelhos ( "Oryctogalus cuniculos" , machos da linhagem Nova Zelândia, com peso médio de 3,000 gramas. Foram divididos em grupos: piloto ( A , flora bacteriana ( B , controle ( H e experimento ( C, D, E, F e G com períodos de observação de 96 horas e 192 horas. Fez-se a ligadura dos vasos do mesoapêndice, com fio inabsorvível nos grupos ( D, E, F e G e da base do apêndice vermiforme a 1 cm do ceco, no grupo ( C . No grupo experimento (D,E,F e G foi praticado o modelo isquêmico. No grupo experimento ( C foi realizada a obstrução mecânica e no grupo controle ( H foi feita somente a simulação da cirurgia. RESULTADOS: No grupo controle ( H , não ocorreu apendicite aguda. No grupo experimento ( C,D,E,F, e G ocorreu apendicite aguda. CONCLUSÃO: O procedimento utilizado causa apendicite aguda com alterações anatomopatológicas distintas. A bactéria residente encontrada na flora fisiológica do suco entérico do apêndice vermiforme e no exsudato peritoneal foi a Escherichia coli.

  16. Budesonida inalatória em crianças com asma aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milani Geórgia K. M.

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a eficácia de budesonida na forma de suspensão, em dose única para inalação, como tratamento adjunto ao b2 inalatório, comparada com dose única de prednisona por via oral, em pacientes com crise aguda de asma. MÉTODO: Estudo prospectivo, randômico, paralelo, duplo-cego, duplo-placebo. Foram selecionadas 49 crianças, com idade entre 2 e 7 anos, em crise aguda de asma, que, após inalação com salbutamol (0,15 mg/kg, foram divididas em três grupos. O grupo I foi tratado com placebo via oral e inalatório; o grupo II, com prednisona via oral (1 mg/kg e placebo inalatório; e o grupo III, budesonida inalatória (2 mg e placebo via oral. As avaliações foram realizadas pela aplicação de um escore clínico e medida da saturação transcutânea da hemoglobina, seqüencialmente até 72 horas. Caso o escore clínico fosse igual ou superior ao da avaliação inicial, e a saturação inferior à primeira avaliação, a inalação com b2 adrenérgico era repetida. RESULTADOS: A melhora do escore clínico foi progressiva a partir de 30 minutos, e não houve diferença significativa nos três grupos estudados. Ocorreu aumento significativo da saturação da hemoglobina em relação ao valor inicial, com 2 horas no grupo prednisona, 4 horas no grupo budesonida e 24 horas no grupo placebo. CONCLUSÃO: O número de inalações com broncodilatador foi semelhante nos três grupos, com uma média de 2,9 no grupo placebo; 2,7 no grupo prednisona; e 2,5 no grupo budesonida. Em geral, as drogas estudadas foram bem toleradas, com efeitos colaterais semelhantes ao placebo. A administração de dose única de budesonida inalatória associada ao salbutamol, na crise moderada de asma, promoveu melhora clínica comparável à da prednisona oral. A recuperação da saturação transcutânea da hemoglobina foi mais rápida com prednisona.

  17. Racionalidade e métodos do registro ACCEPT - Registro Brasileiro da Prática Clínica nas Síndromes Coronarianas Agudas da Sociedade Brasileira de Cardiologia Racionalidad y métodos del registro ACCEPT - registro brasileño de la práctica clínica en los síndromes coronarios agudos de la Sociedad Brasileña de Cardiología Rationality and methods of ACCEPT registry - Brazilian Registry of Clinical Practice in Acute Coronary Syndromes of the Brazilian Society of Cardiology

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Alberto Piva e Mattos

    2011-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Aferição da prática clínica brasileira em pacientes com síndrome coronariana aguda, em hospitais públicos e privados, permitirá identificar os hiatos na incorporação de intervenções clínicas com benefício comprovado. OBJETIVO: Elaborar um registro de pacientes portadores do diagnóstico de síndrome coronariana aguda para aferir dados demográficos, morbidade, mortalidade e prática padrão no atendimento desta afecção. Ademais, avaliar a prescrição de intervenções baseadas em evidências, como a aspirina, estatinas, betabloqueadores e reperfusão, dentre outras. MÉTODOS: Estudo observacional do tipo registro, prospectivo, visando documentar a prática clínica hospitalar da síndrome coronária aguda, efetivada em hospitais públicos e privados brasileiros. Adicionalmente, serão realizados seguimento longitudinal até a alta hospitalar e aferição da mortalidade e ocorrência de eventos graves aos 30 dias, 6 e 12 meses. RESULTADOS: Os resultados serão apresentados um ano após o início da coleta (setembro de 2011 e consolidados após a reunião da população e dos objetivos posteriormente almejados. CONCLUSÃO: A análise desse registro multicêntrico permitirá projetar uma perspectiva horizontal do tratamento dos pacientes acometidos da síndrome coronariana aguda no Brasil.FUNDAMENTO: Comprobación de la práctica clínica brasileña en pacientes con el síndrome coronario agudo en los hospitales públicos y privados, que permitirá identificar el vacío en la incorporación de intervenciones clínicas con el comprobado beneficio. OBJETIVO: Elaborar un registro de pacientes portadores del diagnóstico del síndrome coronario agudo para comprobar los datos demográficos, morbilidad, mortalidad y la práctica estándar en la atención de esa enfermedad. Además, evaluar la prescripción de intervenciones basadas en evidencias, como la aspirina, estatinas, betabloqueantes y reperfusión, entre otras. M

  18. Índice Internacional de Função Erétil Simplificado e doença coronariana em pacientes hipertensos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Cordeiro

    2012-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Disfunção Erétil (DE se associa ao risco aumentado de Doença Arterial Coronariana (DAC. OBJETIVO: Avaliar a associação entre DE, determinada pelo Índice Internacional de Função Erétil Simplificado (IIFE-5, e DAC. MÉTODOS: Estudo de corte transversal que avaliou 263 hipertensos (55 [50 - 61] anos. A DE foi avaliada pelo IIEF-5 e a DAC, por meio da história de revascularização miocárdica prévia e/ou por cineangiocoronariografia. RESULTADOS: O IIFE-5 se correlacionou com o clearance de creatinina [ClCr] (Rho = 0,23; p 20 (n = 123; aqueles com menor IIFE-5 tinham idade mais elevada (57 [52 - 61] vs. 54 [45 - 60] anos; p = 0,002, maior prevalência de DAC (22% vs. 9%; p = 0,004, tabagismo (64% vs. 47%; p = 0,009 e do uso de inibidores dos canais de cálcio (65 % vs. 43%; p = 0,001, além de menor ClCr (67,3 [30,8 - 88,6] vs. 82,6 [65,9 - 98,2] ml/min; p < 0,001. O IIFE-5 < 20 se associou ao maior risco de DAC em regressão logística; tanto univariada (RR = 2,89 [IC 95% 1,39 - 6,05], quanto após ajustes para idade, diabetes, ClCr, tabagismo, pressão arterial média e uso de anti- hipertensivos (RR = 2,59 [IC 95%: 1,01 - 6,61]. CONCLUSÃO: O IIFE-5 se associa ao diagnóstico de DAC e sua utilização pode agregar informação ao estadiamento do risco cardiovascular em pacientes hipertensos.

  19. Qualidade de vida em pacientes com doença ateroclerótica coronariana grave e estável

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Moriel

    2010-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Existem poucas informações sobre fatores agravantes da qualidade de vida em pacientes com doença arterial coronariana (DAC, antes da intervenção coronária percutânea (ICP. OBJETIVO: Associar variáveis clínicas com escores de qualidade de vida (EQV em pacientes com DAC estável, antes da ICP e com desfechos desfavoráveis, 12 meses após o procedimento. MÉTODOS: Trata-se de estudo longitudinal incluindo 78 pacientes (43 homens e 35 mulheres, antes da ICP eletiva. As associações entre EQV (questionário SF-36 e idade, sexo, peso, índice de massa corpórea, diabete melito (DM, hipertensão arterial, dislipidemia, tabagismo atual, evento cardiovascular ou ICP prévios, controle da glicemia e da pressão arterial foram analisadas por meio de regressão logística multivariada. Também se analisaram as associações entre esses atributos clínicos e os desfechos desfavoráveis (morte por qualquer causa, insuficiência cardíaca ou infarto não fatal. O nível de significância foi p 25 kg/m², DM e pressão arterial elevada foram associados a maior prejuízo de, pelo menos, um dos EQV. Sexo feminino (OR: 7,19; IC95%: 1,55 - 33,36; p = 0,012, evento cardiovascular prévio (OR: 3,97; IC95%: 1,01 - 15,66; p = 0,049 e insucesso na ICP (OR: 10,60; IC95%: 1,83 - 61,46; p = 0,008 foram associados com risco aumentado de desfecho combinado. CONCLUSÃO: Na presença de DAC, mulheres e pacientes com comorbidades têm maior prejuízo da qualidade de vida. Os desfechos desfavoráveis após 12 meses da ICP estão associados com o sexo feminino, evento prévio ou insucesso do procedimento.

  20. Impacto da capacidade sobre a qualidade da vida sexual em portadores de doença arterial coronariana

    OpenAIRE

    Souza, Cícero Augusto de

    2010-01-01

    O presente estudo foi dividido em três pesquisas distintas, cujos objetivos foram: 1) Avaliar o nível de orientação recebida pelos pacientes sobre atividade sexual após o infarto; 2) avaliar o nível de conhecimento, conforto e abordagem do cardiologista a respeito da atividade sexual de seus pacientes, e; 3) Verificar a relação entre capacidade física e desejo, satisfação e freqüência sexual em portadores de coronariopatia. No primeiro estudo, participaram 58 pacientes através de entrevista s...

  1. Perfil clínico-angiográfico na doença arterial coronariana: desfecho hospitalar com ênfase nos muito idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Zanotti Galon

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Conhecer fatores de risco e manifestações clínicas da doença arterial coronariana (DAC permite-nos intervir de maneira mais eficaz junto a uma determinada população. OBJETIVO: Identificar perfis clínicos e angiográficos dos pacientes submetidos a cateterismo cardíaco, atendidos em um hospital terciário e tratados por meio de intervenções coronarianas percutâneas (ICP. MÉTODOS: Casuística de 1.282 pacientes submetidos a 1.410 cateterismos cardíacos, selecionados de mar/2007-mai/2008 em um banco de dados de um hospital geral para diagnóstico de doença arterial coronariana (DAC. Fatores de risco, indicação do exame, detalhes técnicos da ICP e desfechos intra-hospitalares foram prospectivamente coletados. RESULTADOS: Foram 688 (54,0% pacientes do sexo masculino, com média de idade de 65,4 ± 10,9 anos, sendo 20,0% acima dos 75 anos. O quadro clínico confirmado com mais frequência foi o de síndrome coronariana aguda (SCA sem supradesnivelamento do segmento ST (SST (38,7%. A DAC multiarterial ocorreu em 46,4%, foi indicada ICP em 464 pacientes, sendo tratadas 547 lesões-alvo (tipo B2 ou C, em 86,0%, sendo destas, 14,0% tratadas com stent farmacológico. Dentre os IAM com SST, ICP primária foi realizada em 19,0% dos pacientes, sendo que, destes, 77,0% foram transferidos dos hospitais de origem tardiamente (ICP tardia e não receberam trombolítico prévio, e 4,0% realizaram ICP de resgate. Foi obtido sucesso angiográfico em 94,2% das ICPs. Aconteceu óbito em 5,6% dos pacientes, tendo estes uma média de idade de 75,2 ± 10,2 anos. CONCLUSÃO: Observamos predomínio de idosos (estando 20,1% > 75 anos e do sexo masculino. Dos fatores de risco para DAC, os mais frequentes foram hipertensão arterial sistêmica e dislipidemia. Ocorreu predomínio da SCA. A idade > 75 anos, DAC multiarterial e a insuficiência renal crônica foram os preditores de óbito intra-hospitalar.

  2. PROTEÍNAS DE FASE AGUDA EM CÃES - REVISÃO DE LITERATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VIEIRA , Manuela Cristina

    2014-05-01

    Full Text Available In animals with disorder homeostasis due to infection, inflammation, tissue injury, cancer or immune disorder, there is an acute phase response (APR nonspecific. The APR is an immediate innate immune response, that produces protein mediators, they stand out among the acute phase proteins (APP, which are essential for the restoration of body homeostasis. After the stimulus generated by proinflammatory cytokines, particularly interleukin-1 (IL-1, interleukin-6 (IL-6 and tumor necrosis factor alpha (TNF-α, released by immune cells, the liver synthesizes and releases the majority of APP, which results in an increase in their bloodstream. Recent research has shown that the qualification and quantification of these proteins may aid diagnosis and provide valuable prognostic information and monitoring of diseases. Therefore, we present this review of the literature in order to describe the main PFA in small animals, and also update the veterinarians regarding the evaluation of these proteins in addition to the diagnosis, prognosis and monitoring treatment in dogs. Em animais com distúrbios na homeostase devido à infecção, inflamação, injúria tecidual, neoplasia ou desordem imunológica, há uma resposta de fase aguda (RFA inespecífica. A RFA é uma resposta imune inata imediata que produz mediadores proteicos, e entre eles se destacam as proteínas de fase aguda (PFA, que são indispensáveis para o restabelecimento da homeostasia corporal. Após o estímulo gerado pelas citocinas pró-inflamatórias, principalmente a interleucina-1 (IL-1, interleucina-6 (IL-6 e fator alfa de necrose tumoral (TNF-α, liberadas por células de defesa, o fígado sintetiza e libera a maioria das PFA, o que resulta no seu aumento na corrente sanguínea. Pesquisas recentes têm evidenciado que a qualificação e a quantificação destas proteínas podem subsidiar o diagnóstico e trazer valiosas informações prognósticas e de monitoramento de doenças. Portanto

  3. Valor diagnóstico da cintilografia miocárdica em pacientes com doença coronariana multiarterial

    OpenAIRE

    Maria Eduarda Menezes de Siqueira; Erly Medeiros Vieira Segundo Neto; Juliana Fernandes Kelendjian; Paola Emanuela Pogio Smanio

    2011-01-01

    FUNDAMENTO: A cintilografia de perfusão miocárdica (CPM) é um método não invasivo extremamente útil na avaliação de isquemia em portadores de doença coronária. Entretanto, persiste o conceito de que não seria um bom método para os portadores de doença coronária multiarterial. OBJETIVO: Avaliar o valor da CPM com gated-SPECT na identificação de isquemia induzida por estresse farmacológico em pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial. MÉTODOS: Foram incluídos 68 pac...

  4. Fragmento 1+2 da protrombina em indivíduos submetidos à angiografia coronariana Prothrombin fragment 1+2 in subjects undergoing coronary angiography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana M. Lima

    2005-09-01

    Full Text Available A trombina exerce um papel fundamental na conversão do fibrinogênio em fibrina, no processo de coagulação. O fator X ativado transforma a protrombina em trombina e fragmento 1+2 da protrombina (F1+2. Os níveis plasmáticos de F1+2 refletem a geração de trombina e podem ser usados como um marcador de hipercoagulabilidade in vivo, já que a trombina é uma substância instável e facilmente degradada, que não pode ser medida diretamente no plasma. O presente estudo teve como objetivo determinar os níveis plasmáticos do F1+2 de um grupo de indivíduos submetidos à angiografia coronariana, buscando estabelecer a possível correlação entre este parâmetro e a gravidade da doença arterial coronariana (DAC. Os níveis plasmáticos do F1+2 foram determinados em amostras de sangue de 17 indivíduos com ausência de ateromatose nas coronárias (controles, 12 indivíduos apresentando ateromatose leve/moderada e 28 indivíduos apresentando ateromatose grave, utilizando-se o conjunto diagnóstico Enzignost F1+2 (Behring® Diagnostics GmbH, Marburg, Germany. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre as médias dos três grupos para o parâmetro avaliado. Portanto, as médias obtidas nos três grupos para os níveis plasmáticos de F1+2 não sinalizam para a existência de um estado de hipercoagulabilidade na população estudada. Entretanto, 73,7% dos indivíduos faziam uso regular de ácido acetilsalicílico, o que pode ter influenciado nos resultados de F1+2, uma vez que este medicamento promove a inibição da enzima ciclooxigenase, diminuindo a liberação de tromboxane A2 e a agregação plaquetária. Portanto, presume-se que a redução da ativação plaquetária poderia estar contribuindo para uma menor formação de trombina e, conseqüentemente, diminuindo o potencial de hipercoagulabilidade.Thrombin plays a basic role in the conversion of fibrinogen to fibrin in the coagulation process. Activated factor X

  5. Dosagem de microalbuminúria em hipertensos e em pacientes portadores de doença coronariana Determination of microalbuminuria in hypertensive patients and in patients with coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Pereira Silva

    2008-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A taxa normal de excreção de albumina em 24 horas é de 20 mg. A taxa persistente de 30 a 300 mg/dia é chamada de microalbuminúria (MA e está relacionada com maior prevalência de doença cardiovascular. OBJETIVO: Determinar a prevalência de microalbuminúria em um grupo de hipertensos e em um grupo de portadores de doença coronariana; e determinar a relação da presença de microalbuminúria com hipertensão arterial, diabete melitus, dislipidemia, tabagismo e obesidade. MÉTODOS:: Determinamos a presença de microalbuminúria num grupo de hipertensos (73 indivíduos e num grupo de coronariopatas (39 indivíduos, e comparamos com um grupo-controle (43 indivíduos. Considerou-se como microalbuminúria a relação albumina/creatinina maior que 30 e menor que 300 em amostra isolada de urina matinal. Na análise estatística, foram utilizados os testes do qui-quadrado e o teste exato de Fisher. RESULTADOS: A microalbuminúria esteve presente em 9,5% dos hipertensos, em 33% dos coronariopatas e não esteve presente em nenhum indivíduo do grupo-controle. Ao analisar a ocorrência de microalbuminúria segundo os diversos parâmetros clínicos, independentemente do grupo a que pertenciam, verificamos correlação estatisticamente significativa com idade, diabete e dislipidemia. CONCLUSÃO: 1 A prevalência de microalbuminúria em indivíduos hipertensos é elevada, sendo ainda mais elevada em portadores de doença coronariana; 2 existe correlação da presença de microalbuminúria com idade, diabete e dislipidemia.BACKGROUND: The normal 24-hour albumin excretion rate is of 20 mg. A persistent rate of 30 to 300 mg/day is called microalbuminuria and is related to a higher prevalence of cardiovascular disease. OBJECTIVE: 1 To determine the prevalence of microalbuminuria in a group of hypertensive patients and in a group of patients with coronary artery disease; 2 To determine the relationship between the presence of microalbuminuria

  6. Apendicite aguda: modelo experimental em coelhos Acute appendicitis: model experimental in rabbits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João EBRAM-NETO

    2000-04-01

    Full Text Available Com objetivo de estudar experimentalmente as diversas fases evolutivas da apendicite aguda, foram utilizados 60 coelhos (Oryctogalus cuniculus, fêmeas, da linhagem Nova Zelândia, com peso variando de 2510 a 3040 gramas. Os animais foram divididos em dois grupos denominados controle e experimento, e estes subdivididos em três subgrupos com períodos de observação de 12, 24 e 48 horas. No grupo experimento foi realizada a oclusão do lume apendicular por meio de sutura seromuscular circular a 8 cm da extremidade distal do apêndice cecal, com fio de polipropileno 4-0. No controle foi feita somente a simulação da cirurgia. Os aspectos macroscópicos (aumento do tamanho, necrose, perfuração, aderência e secreção na cavidade abdominal bem como os microscópicos do grupo experimento, evidenciaram uma progressão das alterações anatomopatológicas mostrando haver uma relação entre a intensidade dos achados histopatológicos e o tempo de observação. Conclui-se que o método utilizado causa apendicite aguda com alterações anatomopatológicas distintas, de acordo com a fase evolutiva da doença.The evolving phases of acute appendicitis were studied experimentally. Sixty female rabbits (Oryctogalus cuniculus of New Zealand lineage weighing about 2510 to 3040 g were divided in two groups: a control group and experimental group. The experimental group was divided into three subgroups for observation after 12, 24 and 48 hours of the operation, that consisted on a 4-0 polypropylene circular suture at 8 cm from the distal part of the cecal appendix. The control group was sham operated. The macroscopic exam (increase of the appendix volume, necrosis, perfuration, adherence and secretion in the abdominal cavity and the microscopic finding showed a progression in the anatomopathological alterations. There was a close relationship between the histopathological findings and time after the appendiceal obstruction. We conclude that the method

  7. Avaliação da dor aguda em mulheres sujeitas a histeroscopia diagnóstica em regime de ambulatório

    OpenAIRE

    Oliveira, AM; F. Ferreira; Dantas, F

    2015-01-01

    Objetivos Avaliar a dor aguda em utentes sujeitas a histeroscopia diagnóstica em regime de ambulatório no Hospital Fernando Fonseca. Contribuir para a definição de estratégias de redução da intensidade da dor aguda na realização de histeroscopias diagnósticas em regime de ambulatório. Introdução: A dor é uma experiência única, pessoal e subjectiva. Segundo a circular normativa n.º 11/DSCS/DPCD de 18 de Junho de 2008 da Direcção Geral da Saúde (DGS)o controlo da dor deve ser encarad...

  8. Valor diagnóstico da cintilografia miocárdica em pacientes com doença coronariana multiarterial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Eduarda Menezes de Siqueira

    2011-09-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A cintilografia de perfusão miocárdica (CPM é um método não invasivo extremamente útil na avaliação de isquemia em portadores de doença coronária. Entretanto, persiste o conceito de que não seria um bom método para os portadores de doença coronária multiarterial. OBJETIVO: Avaliar o valor da CPM com gated-SPECT na identificação de isquemia induzida por estresse farmacológico em pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial. MÉTODOS: Foram incluídos 68 pacientes com diagnóstico de doença coronária obstrutiva multiarterial pela cineangiocoronariografia (cine para realização de CPM sob estímulo farmacológico com dipiridamol. Os exames foram analisados por dois médicos nucleares sem prévio conhecimento do resultado da cine. RESULTADOS: Dos pacientes, 64 (92,8% apresentaram alteração nas imagens de perfusão e 4 (7,2% apresentaram perfusão normal, sendo que, destes, três apresentaram alterações funcionais na análise do gated-SPECT. CONCLUSÃO: A CPM mostrou-se de grande valor na identificação de pacientes portadores de doença coronária multiarterial, já que a maioria dos pacientes apresentou alterações perfusionais sugestivas de isquemia.

  9. Low coronary perfusion pressure is associated with endocardial fibrosis in a rat model of volume overload cardiac hypertrophy A redução da pressão de perfusão coronariana está associada com a fibrose endocárdica no modelo de hipertrofia por sobrecarga de volume em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina Guido

    2004-01-01

    árdio. Na fístula aorto-cava, tal como no infarto, é possível que a queda da pressão de perfusão coronariana interfira com a fibrose cardíaca. OBJETIVO: Investigar o papel das mudanças hemodinâmicas agudas sobre a fibrose cardíaca na fístula aorto-cava. MÉTODO: Ratos Wistar submetidos a fístula aorto-cava, seguidos por 4 e 8 semanas, constituíram 4 grupos, fístula aorto-cava 4 e fístula aorto-cava 8 (10 ratos cada e seus respectivos controles (sham-operated controls - Sh, Sh4 e Sh8 (8 ratos cada. A hemodinâmica foi realizada 1 semana após a cirurgia. A hipertrofia e a fibrose foram quantificadas ao final do seguimento pelo diâmetro dos miócitos e pela fração de volume do colágeno. RESULTADOS: Comparados com Sh4 e Sh8, a pressão de pulso, a pressão diastólica final do ventrículo esquerdo e a +dP/dt foram maiores em fístula aorto-cava 4 e fístula aorto-cava 8, enquanto a -dP/dt foi similar. A pressão estimada da perfusão coronariana (mmHg foi menor em fístula aorto-cava 8 (52,6±4,1 do que em Sh8 (100,8±1,3, mas comparável entre fístula aorto-cava 4 (50,0±8,9 e Sh4 (84,8±2,3. O diâmetro dos miócitos foi maior em fístula aorto-cava 8 e a fibrose intersticial e subendocárdica maior em fístula aorto-cava 4 e fístula aorto-cava 8. Houve correlação inversa e independente da pressão de perfusão coronariana com a fibrose subendocárdica (r²=0,86; p<0,0001 e das pressões sistólica (r²=0,73; p=0,0035 e diastólica final do ventrículo esquerdo (r²=0,55; p=0.0124 com a fibrose intersticial. CONCLUSÃO: A queda precoce da pressão de perfusão coronariana e o aumento das pressões ventriculares após a fístula aorto-cava associam-se com fibrose miocárdica subseqüente.

  10. Asma aguda em adultos na sala de emergência: o manejo clínico na primeira hora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DALCIN PAULO DE TARSO ROTH

    2000-01-01

    Full Text Available Asma é doença com alta prevalência em nosso meio e ao redor do mundo. Embora novas opções terapêuticas tenham sido recentemente desenvolvidas, parece haver aumento mundial na sua morbidade e mortalidade. Em muitas instituições, as exacerbações asmáticas ainda constituem emergência médica muito comum. As evidências têm demonstrado que a primeira hora no manejo da asma aguda na sala de emergência concentra decisões cruciais que podem determinar o desfecho desta situação clínica. Nesta revisão não-sistemática, os autores enfocaram a primeira hora da avaliação e tratamento do paciente com asma aguda na sala de emergência, descrevendo uma estratégia apropriada para o seu manejo. São consideradas as seguintes etapas: diagnóstico, avaliação da gravidade, tratamento farmacológico, avaliação das complicações e decisão sobre onde se realizará o tratamento adicional. Espera-se que estas recomendações contribuam para que o médico clínico tome a decisão apropriada na primeira hora do manejo da asma aguda.

  11. Insuficiência renal aguda em paciente tratada com ATRA e anfotericina B: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gelcimar Moresco

    2011-06-01

    Full Text Available O presente relato apresenta o caso clínico de uma paciente com leucemia promie-locítica aguda tratada com ácido todo-transretinoico (ATRA, que apresentou suspeita de síndrome do ácido transreti-noico (síndrome de ATRA. Com a ocor-rência de leucopenia febril inespecífica, foram associados ao tratamento antimi-crobianos e antifúngicos. A diminuição da função renal, observada inicialmente, contribuiu para a suspeita de síndrome de ATRA, que foi agravada pelos antifúngi-cos. Assim, o uso de ATRA foi suspenso, mas somente 8 dias depois foi caracteriza-da pneumonia e descartada a hipótese de síndrome de ATRA. Nesse contexto, foi discutida a nefrotoxicidade do ATRA e a potencialização desse efeito adverso pelo uso de antifúngicos nefrotóxicos, em par-ticular da anfotericina B, assim como a im-portância do diagnóstico diferencial entre síndrome de ATRA e doença infecciosa.

  12. Prevalência de Chlamydia Pneumoniae e Mycoplasma Pneumoniae em diferentes formas da doença coronariana Prevalencia de Chlamydia Pneumoniae y Mycoplasma Pneumoniae en diferentes formas de la enfermedad coronaria Prevalence of Chlamydia Pneumoniae and Mycoplasma Pneumoniae in different forms of coronary disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irineu Luiz Maia

    2009-06-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Vários agentes infecciosos foram investigados desde que se demonstrou a associação entre infecção e aterosclerose, porém os resultados desses estudos são conflitantes. OBJETIVO: Testar a associação entre títulos séricos de anticorpos anti-Chlamydia e anti-Mycoplasma em diferentes formas de síndromes coronarianas agudas (SCA. MÉTODOS: Cento e vinte e seis pacientes foram divididos em quatro grupos: SCA com elevação do segmento ST (32 pacientes, SCA sem elevação do segmento ST (30 pacientes, doença arterial coronariana crônica (30 pacientes e doadores de sangue sem doença coronariana conhecida (34 pacientes - grupo-controle. Nos primeiros dois grupos, amostras de soro foram coletadas na admissão (primeiras 24 horas de hospitalização e após 6 meses de seguimento. Nos outros dois grupos, colheu-se apenas uma amostra basal. Em todas as amostras, anticorpos IgG anti-Chlamydia e anti-Mycoplasma foram dosados por imunofluorescência indireta. RESULTADOS: Diferenças significativas foram observadas entre a medida basal e após 6 meses de seguimento nos pacientes com infarto do miocárdio com elevação do segmento ST, tanto para Chlamydia (650±115,7 vs. 307±47,5, p = 0,0001 quanto para Mycoplasma (36,5±5,0 vs. 21,5±3,5, p = 0,0004. Os grupos com SCA tiveram níveis séricos de anticorpos anti-Chlamydia e anti-Mycoplasma mais altos na dosagem basal, em relação aos pacientes com doença arterial coronariana crônica e grupo-controle, mas as diferenças obtidas não tiveram significância estatística. CONCLUSÃO: O presente estudo mostrou associação entre os títulos de anticorpos anti-Chlamydia e anti-Mycoplasma na fase aguda dos pacientes com angina instável ou infarto do miocárdio.FUNDAMENTO: Se han investigado diversos agentes infecciosos desde que se evidenció la asociación entre infección y aterosclerosis, sin embargo esos estudios ofrecen resultados conflictivos. OBJETIVO: Probar la asociación entre

  13. Preditores de injúria renal aguda e de mortalidade em uma Unidade de Terapia Intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Alberto Batista Peres

    2015-03-01

    Full Text Available Introdução e Objetivos: Comparar características clínicas e evolução dos pacientes com e sem injúria renal aguda (IRA, avaliar a incidência, mortalidade da IRA e fatores de risco de IRA e de óbito em pacientes em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI. Métodos: Estudo retrospectivo que analisou 152 pacientes em uma única UTI. Avaliamos a idade, o sexo, o motivo do internamento, fatores de risco para IRA, dados laboratoriais, a necessidade de terapia renal substitutiva e a mortalidade. Acute Physiology and Chronic Health Evaluation (APACHE II, Sequential Organ Failure Assessment (SOFA e RIFLE foram registrados no dia de admissão na UTI. Determinamos a incidência da IRA, mortalidade e os preditores independentes de IRA e de óbito utilizando o modelo de regressão logística. Resultados: A idade média foi de 57,1 ± 20 anos e 60,1% eram masculinos. IRA não dialítica ocorreu em 81 pacientes (53,2% e a IRA dialítica ocorreu em 19 pacientes (12,4%. A mortalidade global foi de 35,9%, enquanto que a taxa de mortalidade nos pacientes com IRA não dialítica foi de 43,2% e a dos com IRA dialítica de 84,2%. Na análise multivariada, a ventilação mecânica invasiva, a creatinina e a ureia elevadas na admissão foram fatores de risco independentes para IRA, enquanto que diagnóstico clínico, uso de ventilação mecânica invasiva, ureia e lactato aumentados e hipernatremia foram fatores de risco independentes para mortalidade na UTI. Conclusão: A incidência e a mortalidade de IRA na UTI foram elevadas neste estudo, apesar dos avanços que vêm surgindo no seu manejo.

  14. Eventos vitais estressores e lesão renal aguda em centros de terapia semi-intensiva e intensiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Para Diniz

    2012-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Diversos estudos evidenciam que as alterações fisiopatológicas, quando associadas ao estresse, podem influenciar a fisiologia renal e estão associadas ao aparecimento de doenças. Entretanto, não foi encontrado nenhum estudo que tivesse realizado investigação associando estresse e lesão renal aguda. OBJETIVO: Avaliar a associação entre os eventos vitais estressores e o diagnóstico de lesão renal aguda, especificando as classes de eventos mais estressores para esses pacientes, nos últimos 12 meses. MÉTODOS: Estudo caso-controle. Foi realizado no Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo e no Hospital dos Servidores do Estado de São Paulo. Foram incluídos pacientes com lesão renal aguda, sem doenças crônicas, assistidos em Centros de Terapia Intensiva ou semi-intensivas. Os Controles incluíram pacientes assistidos nos mesmos Centros de Terapia Intensiva, com outras doenças agudas, exceto lesão renal aguda e, também, sem doenças crônicas. Dos 579 pacientes inicialmente identificados, 475 responderam ao instrumento Social Readjustment Rating Scale (SRRS e 398 pacientes foram pareados por idade e sexo (199 casos/199 controles. RESULTADOS: Constatou-se que a frequência dos eventos vitais estressores nos casos apresentava equivalência estatística aos controles. A regressão logística para examinar os efeitos combinados das variáveis independentes associados aos eventos estressantes evidenciou que: o aumento da idade e as classes econômicas AB intensificam a chance da presença do evento estressante em cerca de duas vezes; as classes socioeconômicas AB do Hospital São Paulo elevam a chance de evento estressante. CONCLUSÕES: O presente estudo não evidenciou que o grupo com lesão renal aguda estivesse associado à maior frequência de eventos estressores, mas idade e renda elevadas e, ainda, o tipo de centro clínico estão associados.

  15. Experimental model of severe acute pancreatitis in rabbits Modelo experimental de pancreatite aguda grave em coelhos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Goldenberg

    2007-10-01

    Full Text Available PURPOSE: To develop an experimental model of severe acute pancreatitis in rabbits through a pancreatic ductal injection of sodium taurocholate. METHODS: Twenty-four albino rabbits of the New Zealand lineage were distributed into four groups of six animals (A, B, C and S. The rabbits of three experimental groups (A, B and C were submitted to a laparatomy and received a pancreatic ductal injection of 1ml/kg sodium taurocholate 5%. Also, they were submitted to further laparatomies after 4h, 8h and 12h, respectively. The control group (S was subdivided into two groups of three animals: in subgroup S1 only the pancreatic duct catheterization was performed whereas in subgroup S2 the pancreatic duct catheterization as well as an injection of 1ml/kg physiologic solution 0.9% were carried out. After 12 hours, the rabbits were evaluated. In the re-intervention, blood was collected to determine the amylasemia and a pancreatectomy was carried out to investigate interstitial infiltration, steatonecrosis and necrosis of the organ, using an optical microscope. RESULTS: There was an elevation of amylase in all groups thus proving the existence of acute pancreatitis. The size of the interlobular septum increased progressively with a greater variation between group S1 (0.13 and group C (0. 53 (p=0.035. While all the animals in group A exhibited focal cellular necrosis, it was more intense in the rabbits of group B and culminated with a high proportion of severe pancreatic necrosis in group C animals. The difference in the intensity of cellular necrosis showed statistic significance (p=0.001. CONCLUSION: The proposed experimental model demonstrated its reproducibility and effectiveness in producing severe acute pancreatitis in rabbits.OBJETIVO: Desenvolver modelo experimental de pancreatite aguda grave em coelhos por meio da injeção de taurocolato de sódio no ducto pancreático. MÉTODOS: Vinte e quatro coelhos albinos da linhagem Nova Zelândia foram distribu

  16. Estresse oxidativo e lipoperoxidação devido à anemia induzida por perda aguda de sangue em ovinos

    OpenAIRE

    Fonteque,Joandes Henrique

    2005-01-01

    A produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) é um evento presente em todas as células do organismo e pode estar aumentada em condições como hipóxia induzida pela anemia causando lesões em moléculas como DNA, lipídeos e proteínas. Com o objetivo de avaliar o estresse oxidativo na anemia induzida por perda aguda de sangue, foram utilizados 10 ovinos, mestiços da raça Texel, machos e fêmeas, com idade entre seis e oito meses, clinicamente sadios, mantidos em regime de confinamento. Os anima...

  17. Manifestações orais decorrentes da quimioterapia em crianças portadoras de leucemia linfocítica aguda

    OpenAIRE

    Morais,Everton Freitas de; Lira,Jadson Alexandre da Silva; Macedo,Rômulo Augusto de Paiva; Santos,Klaus Steyllon dos; Elias,Cassandra Teixeira Valle; Morais, Maria de Lourdes Silva de Arruda

    2014-01-01

    Introdução: A leucemia linfocítica aguda é um dos tipos de câncer mais comuns em crianças e é caracterizada pela produção excessiva e desordenada de leucócitos imaturos na medula óssea. Objetivo: Identificar as manifestações orais mais frequentes em crianças portadoras de leucemia linfocítica aguda sob o tratamento quimioterápico. Metodologia: A pesquisa foi realizada nas bases de dados eletrônicas PubMed/Med...

  18. Histoplasmose disseminada aguda em indivíduo imunocompetente Acute disseminated histoplasmosis in an immunocompetent patient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Castelo Branco Fortaleza

    2004-06-01

    Full Text Available A histoplasmose é uma doença fúngica causada pela inalação de esporos de Histoplasma capsulatum. A maioria dos indivíduos normais não apresenta doença após pequena inalação, porém exposições mais prolongadas podem levar ao desenvolvimento de infecção pulmonar aguda, crônica ou disseminada. Nos pacientes imunocomprometidos a infecção é disseminada e grave. Relatamos o caso de um paciente de treze anos, imunocompetente, com febre, tosse seca e dispnéia progressiva havia dois meses. O radiograma e a tomografia computadorizada de tórax evidenciavam infiltrado intersticial com micronódulos difusos. O paciente relatava contato intenso com pássaros em sua residência. Foi submetido a biópsia pulmonar a céu aberto, que evidenciou Histoplasma capsulatum em tecido pulmonar. A cultura do fragmento da biópsia confirmou a presença de Histoplasma capsulatum sp. O paciente foi tratado com anfotericina-B por 28 dias, seguida de itraconazol por seis meses, com resolução do quadro.Histoplasmosis is a fungal disease caused by inhalation of Histoplasma capsulatum fungus. The disease does not normally affect immunocompetent individuals after a single, transient inhalation exposure. However, longer exposure may cause chronic or disseminated acute pulmonary infection. In immunocompromised patients, the infection is disseminated and severe. We report the case of a 13-year-old immunocompetent patient, presenting with fever, cough and dyspnea for one month. The chest X-ray and computed tomography scan revealed interstitial infiltrate and diffuse micronodules. The patient reported having had close and prolonged contact with birds. He was submitted to an open lung biopsy and the tissue culture was positive for Histoplasma capsulatum sp. He was treated with amphotericin B for 28 days, followed by treatment with itraconazole for 6 months, and there was complete resolution of the disease.

  19. Correlacao do EuroSCORE com o surgimento de lesao renal aguda pos-operatoria em cirurgia cardiaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edmilson Bastos de Moura

    2013-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar se há correlação entre valores do EuroSCORE e o risco de desenvolver lesão renal aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, realizado em hospital terciário, em pacientes consecutivos com indicação para abordagem cirúrgica cardíaca (valvares, isquêmicas e congênitas entre outubro de 2010 a julho de 2011. RESULTADOS: Foram avaliados cem pacientes. Destes, seis foram excluídos (cinco por doença renal ou terapia dialítica prévias e um devido a informações incompletas no prontuário médico. As principais indicações cirúrgicas foram revascularização miocárdica em 55 pacientes (58,5% dos casos e trocas valvares em 28 pacientes (29,8%. Conforme o EuroSCORE, 55 pacientes foram classificados como risco alto (58,5%, 27 pacientes como risco médio (28,7% e 12 pacientes como risco baixo (12,8%. No período pós-operatório, 31 pacientes (33% evoluíram com aumento da creatinina sérica (18 (19,1% RIFLE "R"; 7 (7,4% RIFLE "I"; e 6 (6,5% RIFLE "F". Na amostra considerada de alto risco pelos critérios do EuroSCORE, 24 pacientes (43,6% apresentaram comprometimento renal agudo. Nos pacientes classificados como de médio e de baixo risco, ocorreu lesão renal aguda em 18,5 e 16,6% dos casos, respectivamente. A associação entre a estratificação de risco (baixo, médio e alto do EuroSCORE e o escore do RIFLE pós-operatório foi estatisticamente significante (p=0,03. CONCLUSÃO: Na população estudada, houve correlação estatisticamente significante entre o EuroSCORE e o risco de desenvolvimento de lesão renal aguda no pós-operatório de cirurgia cardíaca.

  20. Custos hospitalares das cefaléias agudas em uma unidade de emergência pública brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BIGAL MARCELO E.

    2000-01-01

    Full Text Available Cefaléia é uma das queixas mais freqüentes na prática médica e causa bastante comum de atendimento em unidades de emergência, implicando custos consideravelmente altos. Foram estudados retrospectivamente os casos de cefaléia atendidos na Unidade de Emergência do Hospital das Clinicas de Ribeirão Preto (UE no ano de 1996. Neste ano, 1254 pacientes procuraram a UE com queixa de cefaléia aguda, sendo que 64 necessitaram de internação. O custo estimado com o atendimento, investigação e tratamento clínico das cefaléias agudas foi da ordem de R$ 138,573.31 (US$ 76,985.17. Os gastos apenas com exames laboratoriais foram R$ 23,801.54 (US$ 13,223.07. Os custos cirúrgicos foram R$ 5,817.90 (US$ 3,232.17. Os custos totais foram RS$ 144,391.21 (US$ 80,217.34, o que equivale a R$ 115,14 (US$ 63.97 por paciente. Tais cálculos estimulam discussão adicional acerca de custos e eficácia do modelo de saúde vigente, em que os recursos financeiros são precários e as necessidades da população dependente do estado são proporcionalmente maiores.

  1. Suspected acute toxoplasmosis in pregnant women Suspeita de toxoplasmose aguda em gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Peres Castilho-Pelloso

    2007-02-01

    concepto relacionadas ao perfil clínico, laboratorial e terapêutico. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com gestantes IgM anti-Toxoplasma gondii reagentes e conceptos atendidos em serviço público de saúde do Paraná, de janeiro/2001-dezembro/2003. Foram obtidas informações a partir de dados dos registros clínicos, laboratoriais (ELISA IgM/IgG, ultrassonográficos e de entrevista materna. Para testar a homogeneidade dos indices de IgM em relação ao tratamento usado, aplicou-se o qui-quadrado de Pearson. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: Ocorreram 290 casos (1,0% IgM reagentes, evidenciando prevalência de 10,7 gestantes com sorologia reagente a cada 1.000 nascimentos. Duzentos e quatorze de 290 gestantes iniciaram o pré-natal até a 12ª semana de gestação; 146/204 foram assintomáticas; cefaléia, distúrbios visuais e mialgia foram queixas freqüentes; 13/204 gestantes apresentaram anormalidades ao ultrassom; 112/227 gestantes receberam quimioprofilaxia; um único teste ELISA apoiou a maioria das tomadas de decisão para a quimioprofilaxia. Houve tendência em tratar gestantes com índices de IgM=2.000. Dentre as crianças expostas, 44/208 tiveram algum acompanhamento sorológico, das quais todas foram IgG reagentes e três casos IgM reagentes apresentaram manifestações clínicas. CONCLUSÕES: A existência de gestantes com suspeita laboratorial de toxoplasmose aguda não devidamente investigada e de conceptos sem monitoração adequada evidenciam que aspectos fundamentais da assistência pré-natal não estão sendo sistematicamente observados. Aponta-se a necessidade de implementar o sistema de vigilância para gestantes e crianças expostas ao T. gondii.

  2. Bronquiolite aguda por rinovírus em lactentes jovens Rhinovirus and acute bronchiolitis in young infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo M. C. Pitrez

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a prevalência de infecção por rinovírus em lactentes menores de 6 meses hospitalizados por bronquiolite aguda. MÉTODOS: Foram selecionados de forma prospectiva lactentes hospitalizados com diagnóstico de bronquiolite aguda, no Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, no período entre maio e setembro de 2002. Foi pesquisada a presença de vírus respiratórios no aspirado nasofaríngeo (ANF, através de imunofluorescência direta para vírus sincicial respiratório, parainfluenza, influenza e adenovírus. Para detecção do rinovírus, foi utilizada a reação de transcrição reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase, específicas para picornavírus, seguidas de hibridização com sonda específica para rinovírus. RESULTADOS: Foram selecionados 45 lactentes hospitalizados com diagnóstico de bronquiolite aguda. A mediana da idade dos pacientes selecionados foi de 2 meses. Foram encontradas amostras positivas para vírus respiratórios em 35/45 (77,8% casos. Foi detectado mais de um vírus em 7/35 (20% amostras. Das amostras positivas, o vírus sincicial respiratório foi detectado em 33/35 (94% casos. O rinovírus foi detectado em 6/35 casos (17%. CONCLUSÕES: O rinovírus foi o segundo agente mais freqüentemente detectado em secreção nasal de lactentes jovens hospitalizados por bronquiolite aguda.OBJECTIVE: To determine the prevalence of rhinovirus infection in hospitalized young infants with acute bronchiolitis. METHODS: Hospitalized children with acute bronchiolitis admitted to the Hospital São Lucas/PUCRS between May and September 2002 were selected prospectively. Nasopharyngeal samples were assayed for respiratory syncytial virus, parainfluenza, influenza and adenovirus by immunofluorescence. For rhinovirus test a reverse transcription-polymerase chain reaction for picornavirus was used, followed by hybridization with rhinovirus specific probes. RESULTS

  3. Estudos dos fatores de risco pré-operatórios para bacteriobilia em doentes portadores de colecistite aguda calculosa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Linhares M.M.

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar uma associação entre o quadro clínico pré-operatório e os resultados das culturas de bile e da parece vesicular. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudadas 28 variáveis considerando-se história clínica, exame físico e investigação laboratorial em 38 doentes portadores de colecistite aguda calculosa, submetidos à cirurgia de urgência. Este estudo prospectivo foi realizado em 19 meses, entre novembro de 1995 a maio de 1997. Foram realizadas culturas para agentes anaeróbios e aeróbios, em três diferentes meios de cultura (BACTEC 9240, BHI e HEMOBAC. RESULTADOS: Foram isoladas bactérias em pelo menos um meio de cultura em 68,2% dos doentes. Pela análise univariada, foram identificadas cinco variáveis pré-operatórias como preditivas de bacteriobilia: idade acima de 55 anos, temperatura diferencial axilo-retal maior do que 0,4°C, leucocitose acima de 12000 cels/mm³, neutrofilia acima de 75% e neutrófilos bastonetes acima de 4%. Devido ao pequeno tamanho da amostra, não pôde ser observada significância estatística por regressão logística, embora pudesse ser observada em 98% uma tendência para determinação pré-operatória dos indivíduos com cultura positiva por meio do modelo baseado na idade e porcentagem de neutrófilos bastonetes. Pela análise em conjunto dos fatores preditivos, pôde-se observar que doentes com mais de um fator preditivo têm uma possibilidade significantemente maior para cultura positiva, quando comparado com aqueles com fator preditivo de bacteriobilia. CONCLUSÃO: Conclui-se, portanto, que pela utilização de dados facilmente disponíveis em doentes com colecistite aguda calculosa, a bacteriobilia pode ser previsível no pré-operatório,.

  4. Estratégias de prevenção da lesão renal aguda em cirurgia cardíaca: revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduesley Santana-Santos

    2014-04-01

    Full Text Available A lesão renal aguda é uma complicação frequente após cirurgia cardíaca, estando associada ao aumento de morbidade e mortalidade, e ao maior tempo de permanência em unidade de terapia intensiva. Considerando a alta prevalência e a associação da lesão renal aguda com o pior prognóstico, o desenvolvimento de estratégias de proteção renal torna-se indispensável, especialmente em pacientes com alto risco para o desenvolvimento de lesão renal aguda, como aqueles submetidos à cirurgia cardíaca, com o intuito de minimizar a incidência da lesão renal aguda no âmbito hospitalar, reduzindo, dessa forma, a alta morbimortalidade. A presente revisão integrativa teve por objetivo avaliar as evidências disponíveis na literatura sobre as intervenções mais eficazes na prevenção da lesão renal aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. Para seleção dos artigos, utilizaram-se as bases de dados CINAHL e MedLine. A amostra desta revisão constituiu-se de 16 artigos. Após a análise dos artigos incluídos na revisão, os resultados dos estudos apontaram que apenas a hidratação com solução salina apresenta resultados consideráveis na prevenção de lesão renal aguda. As demais estratégias são controversas e necessitam de mais pesquisas para comprovar eficácia.

  5. Avaliação de coagulação, fibrinólise e proteína C em pacientes de risco e com doenças coronarianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reis Christiane Vieira

    2003-01-01

    Full Text Available A hemostasia é resultante do equilíbrio entre pró-coagulantes e anticoagulantes, envolvendo vasos, plaquetas, proteínas da coagulação e da fibrinólise e anticoagulantes naturais. Todos estes componentes estão inter-relacionados, constituindo os sistemas de coagulação, anticoagulação e fibrinólise. Muitos fatores, genéticos ou adquiridos, podem contribuir para romper este equilíbrio, levando a estados de hipo ou hipercoagulabilidade. Em doenças coronarianas como a angina e o infarto, há uma maior ativação das plaquetas e das proteínas da coagulação, favorecendo a formação de trombos. Na tentativa de restaurar a hemostasia, ocorre a intervenção do sistema fibrinolítico, o qual promove a lise do coágulo e desobstrui o vaso. Neste trabalho foram avaliados os mecanismos da coagulação e da fibrinólise e a proteína C, um anticoagulante natural. Foram estudados 20 pacientes com doenças coronarianas, notadamente angina de peito (n = 8 e infarto agudo do miocárdio (n = 12, além de pacientes potencialmente em risco de desenvolver doença cardiovascular (n = 17. O grupo infarto foi pareado com indivíduos sadios do ponto de vista clinicolaboratorial (grupo-controle, n = 12. Os resultados revelaram uma diferença significativa nos níveis de fibrinogênio nos grupos de angina e infarto quando comparados ao grupo-controle. Níveis de proteína C ativada também mostraram diferença significativa entre os grupos de risco e infarto. Os demais parâmetros hemostáticos avaliados não diferiram significativamente entre os grupos estudados, porém foi observada uma tendência à hipercoagulabilidade nos grupos de pacientes quando comparados ao grupo-controle.

  6. Doenças respiratórias agudas em serviços de saúde entre 1996 e 2001, Fortaleza, CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Façanha Mônica Cardoso

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: As doenças respiratórias agudas, principalmente as pneumonias, são a causa mais importante de óbito em menores de cinco anos e são responsáveis por doença grave nos maiores de 60 anos. O estudo realizado tem como objetivo descrever as principais características epidemiológicas dos casos de doenças respiratórias agudas notificadas pelas unidades de saúde. MÉTODOS: Todos os registros de atendimentos de pacientes com doença respiratória aguda, no período entre 1996 e 2001, foram revistos semanalmente, em formulário específico, a partir dos boletins de atendimento médico preenchidos por 100 unidades públicas de saúde. Os dados foram classificados em não pneumonia e pneumonia por faixa etária. RESULTADOS: Foram informados 2.050.845 casos de doença respiratória aguda no período estudado. Os meses com maior número de casos foram maio e junho. A faixa etária mais acometida foi a de um a quatro anos, com cerca do dobro do número de casos das outras faixas etárias. Pneumonias representaram, aproximadamente, 7,7% dos casos. CONCLUSÕES: O acompanhamento das doenças respiratórias agudas serve para mostrar sua magnitude em termos numéricos, e estimular seu diagnóstico apropriado, tratamento precoce e prevenção, tanto das complicações, quanto de sua ocorrência.

  7. Study of acute hepatotoxicity of Equisetum arvense L. in rats Estudo da hepatotoxicidade aguda da Equisetum arvense L. em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilo César do Vale Baracho

    2009-12-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the acute hepatotoxicity of Equisentum arvense L. in rats. METHODS: Fifty Wistar rats were used, these being divided in four groups, one being the control (receiving only water and the other groups receiving graded doses of Equisentum arvense L. (30, 50, and 100mg/kg respectively for 14 days. Blood samples were obtained to determine TGO, TGP, FA, DHL and GT-gamma activities. After that, hepatic tissue samples were collected for the anatomopathologic analysis. RESULTS: The anatomopathologic exam of the hepatic tissue showed organ with preserved lobular structure. In the same way, there was no significant change in the seric activities of the hepatic enzymes when compared to control group. CONCLUSION: The oral treatment with graded doses of Equisentum arvense L. was not able to produce hepatic changes. Further studies are necessary to evaluate the chronic hepatotoxicity of Equisentum arvense L. in rats.OBJETIVO: Investigar a hepatotoxicidade aguda da Equisetum arvense L. em ratos. MÉTODOS: foram utilizados 50 ratos Wistar, os quais foram divididos em quatro grupos, sendo um controle (recebendo apenas água e os outros grupos recebendo doses crescentes de cavalinha (30, 50 e 100mg/Kg, respectivamente por 14 dias. Foram coletadas amostras de sangue para determinação da atividade sérica de TGO, TGP, FA, DHL e gama-GT. Em seguida, foram obtidas amostras de tecido hepático para análise anatomopatológica. RESULTADOS: O exame anatomopatológico de tecido hepático demonstrou órgão com estrutura lobular preservada. Da mesma forma, não houve alteração significativa na atividade sérica das enzimas hepáticas, quando comparado ao grupo controle. CONCLUSÃO: O tratamento com doses crescentes de Equisetum arvense L., não induziu hepatotoxicidade aguda em ratos. Novos estudos são necessários para avaliar a hepatoxicidade crônica de Equisetum arvense L. em ratos.

  8. Doença arterial obstrutiva periférica e índice tornozelo-braço em pacientes submetidos à angiografia coronariana Peripheral arterial occlusive disease and ankle-brachial index in patients who had coronary angiography

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sthefano Atique Gabriel

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de doença arterial obstrutiva periférica (DAOP em coronariopatas. Avaliar a relação entre Índice Tornozelo-Braço (ITB e doença coronariana, e sua correlação com fatores de risco cardiovascular. MÉTODO: ITB investigado com ultra-sonografia Doppler. Características clínicas pesquisadas: idade, sexo, diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, etilismo, tabagismo e obesidade. População: 113 pacientes submetidos à angiografia coronariana. Primeira análise: 2 grupos - ausência e presença de coronariopatia. Segunda análise: 3 grupos - Grupo 1 - ausência de lesão coronariana; Grupo 2 - estenose 70%. Terceira análise: 2 grupos - ausência e presença de DAOP. RESULTADOS: 90,76% dos coronariopatas apresentaram DAOP. Houve diferença significante quanto à faixa etária (pOBJECTIVE: To evaluate the prevalence of peripheral arterial disease (PAD in patients with coronary arterial disease. To evaluate the relation between ankle-brachial index (ABI and coronary arterial disease, and its correlation with cardiovascular risk factors. METHOD: ABI investigated with Doppler ultrasonic device. Clinical characteristics researched: age, gender, diabetes, hypertension, alcoholism, smoking and obesity. Population: 113 patients who had coronary angiography. First analyses: 2 groups - absence and presence of coronary arterial disease. Second analyses: 3 groups - Group 1 - absence of coronary lesion; Group 2 - stenosis 70%. Third analyses: 2 groups - absence and presence of PAD. RESULTS: 90.76% of patients with coronary arterial disease presented PAD. There were significant difference including age (p<0.001, hypertension (p<0.001. smoking (p<0.001, body mass index (BMI (p<0.001, systolic blood pressure (SBP (p<0.001, diastolic blood pressure (DBP (p<0.001 and pulse pressure (PP (p<0.001 and ABI (p<0.001 between patients with and without coronary lesion. There were significant difference including age (p<0

  9. Teste ergométrico: valor prognóstico em pacientes idosos com doença aterosclerótica coronariana estável Exercise stress test: prognostic value for elderly patients with stable coronary atherosclerosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Eidi Ochiai

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar o valor prognóstico das variáveis do teste ergométrico em pacientes idosos com doença aterosclerótica coronariana e isquemia induzida pelo esforço. MÉTODOS: Foram estudados 64 pacientes idosos (61 homens, idade de 73 ± 5 anos com doença aterosclerótica coronariana, comprovada por coronariografia, clinicamente estável, fração de ejeção de ventrículo esquerdo maior ou igual a 0,40 e isquemia miocárdica durante o teste ergométrico. A cada seis meses, os pacientes foram avaliados para eventos cardíacos (morte, infarto do miocárdio, angina instável, angioplastia e revascularização do miocárdio. RESULTADOS: Após seguimento médio de 48 meses, 23 (36% pacientes sofreram eventos cardíacos. Não houve diferença clínica e angiográfica entre os pacientes que sofreram o evento e os que não o sofreram. Pela análise multivariada, a presença de dor precordial durante o teste ergométrico (risco relativo de 2,668 e p = 0,031 e a freqüência cardíaca no início da isquemia (risco relativo de 0,966 e p = 0,009 foram associadas a eventos cardíacos. CONCLUSÃO: Nessa população idosa, a presença de dor precordial durante o teste ergométrico e a freqüência cardíaca no início da isquemia foram associadas a eventos cardíacos. Essas variáveis podem ser úteis para avaliação do risco de pacientes com doença aterosclerótica coronariana estável.OBJECTIVE: To study the prognostic value of exercise stress test variables in elderly patients with coronary atherosclerosis and exercise-induced ischemia. METHODS: Sixty-four elderly patients (61 men, 73 ± 5 years old with coronary atherosclerosis, verified by cardiac catheterization, that were clinically stable, had a left ventricle ejection fraction greater than or equal to 0.40 and developed myocardial ischemia during the exercise stress test were studied. The patients were evaluated every six months for cardiac events (death, myocardial infarction, unstable

  10. Complicações cardíacas em cirurgia vascular

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Scamardi Martins Pereira

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo Contexto Aproximadamente 60% dos pacientes portadores de doença arterial oclusiva crônica periférica têm doença coronariana grave, sendo que a principal causa de morte no pós-operatório de cirurgia vascular de grande porte é o infarto agudo do miocárdio. Objetivos Determinar a prevalência da doença coronariana em pacientes submetidos a cirurgia vascular eletiva de grande porte e sua relação com as complicações cardiológicas pós-operatórias. Métodos Foram analisados 200 pacientes submetidos a cirurgia vascular arterial eletiva: doença obstrutiva carotídea, aortoilíaca e femoropoplítea distal e doença aneurismática de aorta abdominal e de artérias ilíacas. Os pacientes constituíram três grupos: grupo I, sem doença coronariana; grupo II, com doença coronariana assintomática; e grupo III, com doença coronariana sintomática. As complicações cardiológicas consideradas foram infarto agudo do miocárdio fatal e não fatal, insuficiência cardíaca congestiva, choque cardiogênico, fibrilação atrial aguda e outras arritmias. Resultados Complicações cardíacas ocorreram em 11 pacientes (5,5%: três infartos agudos do miocárdio não fatais (1,5% sempre em pacientes do grupo III. A complicação cardíaca mais frequente foi arritmia (exceto fibrilação atrial ocorrida em cinco (2,5% pacientes, sendo três do grupo II. A mortalidade precoce foi de nove pacientes (4,5%. Apenas uma morte foi decorrente de problema cardíaco: choque cardiogênico em paciente do grupo III. Conclusões A doença coronariana não foi preditora de óbito nos pacientes submetidos a cirurgia vascular periférica de grande porte. A sobrevida dos pacientes com ou sem doença coronariana não mostrou diferenças estatísticas.

  11. Aspectos clínico-diagnósticos relativos à fase aguda da doença de Chagas, em pacientes submetidos a transplante de rim e imunodeprimidos

    OpenAIRE

    Pedro Renato Chocair; Vicente Amato Neto; Emil Sabbaga; Pedro Henrique Torrecillas

    1985-01-01

    Em sete pacientes submetidos a transplante de rim e imonodeprimidos reconheceram os Autores a ocorrência de doença de Chagas, em fase aguda. Tais eventos permitiram verificações sem dúvida expressivas e, entre elas, afigurou-se conveniente salientar as seguintes: presença de febre como manifestação proeminente; valor elucidativo da pesquisa do Trypanosoma cruzi no "creme" leucocitário em etapa de realização de diagnóstico diferencial, quando escassos os elementos orientadores; utilidade da ev...

  12. Fatores de risco para lesão renal aguda em pacientes com trauma grave e seus efeitos na mortalidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luciano Baitello

    2013-06-01

    Full Text Available Os estudos que relacionaram lesão renal aguda (LRA e trauma surgiram durante a Segunda Guerra Mundial e, desde então, tem havido progressiva evolução dos cuidados para a prevenção da LRA. Entretanto, a determinação dos fatores de risco para o desenvolvimento de LRA pós-trauma permanece crucial e pode ajudar a reduzir esta complicação. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo identificar os fatores de risco para o desenvolvimento de LRA em pacientes com trauma grave e sua influência na mortalidade. Trata-se de um estudo retrospectivo com 75 pacientes incluídos por apresentarem trauma grave; seis foram excluídos por terem chegado ao hospital sem condições de ressuscitação. MÉTODO: As variáveis estudadas foram: idade, sexo, gravidade do trauma de acordo com Injury Severity Score (ISS e Escala de Coma de Glasgow (ECG, mecanismo de trauma, pressão arterial média na admissão, reposição volêmica nas primeiras 24h, níveis séricos de creatinina, uso de antibióticos nefrotóxicos, tempo de internação, necessidade de internação em UTI e mortalidade. RESULTADOS: A prevalência de LRA em traumatizados graves foi de 17,3%, sendo que os fatores associados à IRA nessa amostra foram TCE, ECG < 10. A mortalidade, o tempo de internação e a necessidade de UTI foram significativamente maiores nos pacientes que desenvolveram LRA. CONCLUSÕES: A identificação desses fatores de risco é de suma importância para a formulação de estratégias de atendimento aos pacientes vítimas de trauma grave, visando à prevenção da lesão renal aguda e da elevada mortalidade.

  13. Prognóstico de crianças portadoras de insuficiência renal aguda em unidade de terapia intensiva

    OpenAIRE

    Bresolin, Nilzete Liberato

    2004-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saude. Programa de Pós-graduação em Ciências Médicas Introdução: A insuficiência renal aguda (IRA) representa um fator importante de morbidade e mortalidade para lactentes e crianças gravemente enfermas. No entanto, há na literatura poucos estudos sobre fatores prognósticos nestes pacientes.

  14. Diagnósticos de enfermagem em adultos com leucemia mielóide aguda

    OpenAIRE

    Souza, Luccas Melo de; Gorini, Maria Isabel Pinto Coelho

    2006-01-01

    Trata-se de um estudo de casos, que objetivou identificar os Diagnósticos de Enfermagem (DE) de pacientes adultos com Leucemia Mielóide Aguda, a fim de fornecer subsídios à Sistematização da Assistência de Enfermagem. Utilizaram-se as técnicas de entrevista e observação, além da aplicação do Processo de Enfermagem. Durantes os três meses da coleta de dados, outros DEs foram encontrados através de novas buscas nos prontuários dos 6 pacientes. Os 32 DEs encontrados foram agrupados conforme a Te...

  15. Insuficiência renal aguda em paciente tratada com ATRA e anfotericina B: relato de caso

    OpenAIRE

    2011-01-01

    O presente relato apresenta o caso clínico de uma paciente com leucemia promie-locítica aguda tratada com ácido todo-transretinoico (ATRA), que apresentou suspeita de síndrome do ácido transreti-noico (síndrome de ATRA). Com a ocor-rência de leucopenia febril inespecífica, foram associados ao tratamento antimi-crobianos e antifúngicos. A diminuição da função renal, observada inicialmente, contribuiu para a suspeita de síndrome de ATRA, que foi agravada pelos antifúngi-cos. Assim, o uso de ATR...

  16. Inflamação sistêmica causada pela periodontite crônica em pacientes vítimas de ataque cardíaco isquêmico agudo

    OpenAIRE

    2010-01-01

    OBJETIVO: Processos inflamatórios e infecciosos mediados por bactérias em sítios distantes têm sido descritos como fator de risco à doença coronariana isquêmica aguda (DCIA). MÉTODOS: Cento e oitenta e um pacientes com DCIA, com e sem periodontites crônicas, foram incluídos neste estudo. Os pacientes foram admitidos no HC da UNICAMP e estratificados em três grupos: grupo 1 - pacientes com periodontite crônica grave (31 homens e 19 mulheres; média de idade 55,1 ± 11,29 anos); grupo 2 - pacient...

  17. Siolmatra brasiliensis (Cogn. Baill., Cucurbitaceae, acute toxicity in mice Toxicidade aguda de Siolmatra brasiliensis (Cogn. Baill., Cucurbitaceae, em camundongos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aliny P. Lima

    2010-12-01

    Full Text Available Siolmatra brasiliensis (Cogn. Baill., Cucurbitaceae, commonly known as "pluméria" or "taiuiá", is widely used in different ways in Brazilian popular medicine to treat several diseases. Acute toxicity of Siolmatra brasiliensis crude ethanolic extract (CEE was investigated in mice. No mortality or signs of CEE toxicity were observed at the doses of 10 and 100 mg/kg bw, but the administration of 1000 and 2000 mg/kg bw caused several adverse behavioral effects and mortality. Macroscopic inspection of the organs showed morphologic alterations in the heart of animals treated with doses of 1000 and 2000 mg/kg bw. According to our results, S. brasiliensis CEE has an LD50 of 1000 mg/kg bw. We conclude that S. brasiliensis CEE was safe at the doses of 10 and 100 mg/kg bw and presented toxicity at the doses of 1000 and 2000 mg/kg bw.Siolmatra brasiliensis (Cogn. Baill., Cucurbitaceae, popularmente conhecida como "pluméria" ou "taiuiá" é utilizada na medicina popular brasileira para diversos fins terapêuticos. O estudo de toxicidade aguda do extrato bruto etanólico (EBE de Siolmatra brasiliensis foi investigado em camundongos. Nenhuma mortalidade ou sinais de toxicidade foram observados nas doses de 10 e 100 mg/kg, entretanto em doses administradas de 1000 e 2000 mg/kg levou as diversas alterações comportamentais e mortalidade. A DL50 para o EBE foi de 1000 mg/kg. Análise macroscópica dos órgãos demonstrou alterações morfológicas no coração dos animais tratados com 1000 e 2000 mg/kg. Por meios destes resultados conclui-se que o EBE de Siolmatra brasiliensis é seguro em doses de 10 and 100 mg/kg e apresentou toxicidade nas doses de 1000 e 2000 mg/kg.

  18. O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

    OpenAIRE

    Sérgio Saldanha Menna-Barreto

    2005-01-01

    Tromboembolia pulmonar aguda e exacerbação aguda de doença pulmonar obstrutiva crônica são doenças comuns. A doença pulmonar obstrutiva crônica é um fator clínico de risco para tromboembolia pulmonar aguda. As apresentações clínicas da tromboembolia pulmonar aguda e da exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica freqüentemente mimetizam-se tanto que pode ser difícil distingui-las. Anormalidades estruturais nos pulmões com doença pulmonar obstrutiva crônica tornam também difícil a ...

  19. Intoxicação aguda por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos e distribuição das plantas em Mato Grosso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Henrique Furlan

    2014-04-01

    Full Text Available São descritos os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos de um surto de intoxicação por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos no Estado de Mato Grosso. A distribuição dessas plantas no Estado, a intensidade de invasão de pastagens e alguns fatores associados à invasão das pastagens por Pteridium spp. são também descritos. Pteridium spp. foi observada em 83 propriedades de nove municípios de Mato Grosso e deste total, amostras de 22 propriedades foram coletadas para identificação taxonômica. Em 22 propriedades identifica-se P. arachnoideum e em duas dessas havia também P. caudatum. O desmatamento e a realização de queimadas parecem estar relacionados com a invasão de Pteridium spp. nas pastagens. Na propriedade em que ocorreu a doença, 306 bovinos foram introduzidos em uma pastagem formada por Brachiaria brizantha intensamente invadida por P. arachnoideum e P. caudatum e desses 22 bovinos adoeceram e morreram. Os principais sinais clínicos foram febre alta, apatia, fadiga, fraqueza e decúbito. Na necropsia havia graus variáveis de hemorragias em vários órgãos e cavidades e infartos ocasionais. Microscopicamente, a alteração mais importante consistiu em aplasia severa da medula óssea vermelha. Os achados epidemiológicos, clínicos e patológicos associados à identoificação taxonômica da planta fundamentam o diagnóstico de intoxicação aguda por P. arachnoideum e P. caudatum em bovinos. O crescente desmatamento e a frequente utilização de queimadas em Mato Grosso podem contribuir para que esta doença venha a ser uma importante fonte de prejuízos para a pecuária do Estado.

  20. Insuficiência renal aguda em pacientes com sepse grave: fatores prognósticos = Acute renal injury in patients with severe sepsis: prognostic factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Okamoto, Thábata Yaedu

    2012-01-01

    Conclusões: A insuficiência renal aguda foi ocorrência comum nos pacientes com sepse, fazendo parte de um quadro de disfunção de múltiplos órgãos e sistemas, particularmente nos pacientes com diagnóstico de choque séptico, estando associada a aumento da probabilidade de morte nesses pacientes graves. O uso de drogas vasoativas foi o único fator de risco para mortalidade em pacientes com sepse e insuficiência renal aguda que se manteve na análise multivariada. Estes resultados apontam para a importância do tratamento precoce dos quadros de sepse grave a tempo de prevenir a evolução para choque séptico e para insuficiência renal

  1. Identificação de alvos protéicos com potencial diagnóstico e prognóstico em doença arterial coronária

    OpenAIRE

    2012-01-01

    Em todo o mundo, milhões de pacientes são atendidos em emergências por apresentarem dor torácica de início aguda, mas apenas uma parcela deve-se a síndrome coronariana aguda (SCA). Em situações como essa é de extrema importância distinguir quando a dor torácica é devido à isquemia do miocárdio, pois esta é de alto risco e o início do tratamento deve ser imediato. Novos biomarcadores são necessários para auxiliar no diagnóstico e conduta clínica a ser tomada diante de situações de emergência c...

  2. Intoxicação aguda por diazinon em bovinos Diazinon acute toxicosis in cattle

    OpenAIRE

    Márcio Botelho de Castro; Augusto Ricardo Coelho Moscardini; Janildo Ludolf Reis Jr.; Ernane de Paiva Ferreira Novaes; José Renato Junqueira Borges

    2007-01-01

    O presente trabalho descreve sinais muscarínicos, nicotínicos e morte em 11 de 23 bovinos adultos pulverizados com diazinon em concentração 5-6 vezes maior que a recomendada pelo fabricante. O diagnóstico foi confirmado pela detecção do princípio ativo no fígado e no cérebro de um bovino. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT The present paper reports muscarinic and nicotinic signs and death of 11 out of 23 adult cattle treated with a pour...

  3. Fatores de risco pré-operatórios para o desenvolvimento de Insuficiência Renal Aguda em cirurgia cardíaca Preoperative risk factors for the development of Acute Renal Failure in cardiac surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Claudia Kochi

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO:Avaliar os fatores de risco clínicos pré-cirurgicos para o desenvolvimento de Insuficiência Renal Aguda (IRA em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Foram estudados, de modo prospectivo, 150 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca, durante 21 meses consecutivos, havendo um leve predomínio de homens (57%, idade média de 56 ± 15 anos, sendo que 66% apresentavam insuficiência coronariana como principal diagnóstico e 34% valvulopatias. A mediana da creatinina sérica no período pré-operatório foi de 1,1 mg/dl. IRA foi definida como elevação de 30% da creatinina sérica basal. O protocolo de variáveis clínicas teve seu preenchimento iniciado 48 horas antes do procedimento cirúrgico e encerrado 48 horas após o mesmo, incluindo variáveis cardiológicas e não-cardiológicas, além de resultados laboratoriais. RESULTADOS: A IRA esteve presente em 34% dos casos. Após análise multivariada, presença de doença vascular periférica foi fator pré-operatório identificado. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos nesse estudo permitiram sinalizar alguns fatores contributivos para o desenvolvimento de IRA em cirurgia cardíaca, o que pode possibilitar condutas clínicas simples para evitar a disfunção renal nestas situações e, conseqüentemente, redução da taxa de mortalidade. No presente trabalho, o tamanho da amostra talvez tenha impedido a identificação de outros fatores de risco significativos.OBJECTIVE: To evaluate clinical risk factors for the development of Acute Renal Failure (ARF in patients who undergo cardiac surgery. METHOD: Over a period of 21 consecutive months, one hundred and fifty patients who underwent cardiac surgery were studied. There was a slight prevalence of men (57% and the average age was 56 ± 14.8 years. Sixty-six percent presented with coronary artery disease as the main diagnosis and 34% valvular heart disease. The median preoperative serum creatinine was 1.1 mg/dL. ARF was

  4. Associação dos biomarcadores com aterosclerose e risco para doença coronariana em portadores de HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria da Conceição Brandão de Arruda Falcão

    2012-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O uso maciço da Terapia Antirretroviral (TARV na população com vírus da imunodeficiência adquirida (HIV coincidiu com um aumento das doenças cardiovasculares, causa importante de morbimortalidade nesse grupo. OBJETIVO: Determinar a frequência de aterosclerose carotídea e avaliar a associação entre os níveis dos biomarcadores e o espessamento da camada médio-intimal carotídea em indivíduos HIV positivos, atendidos em serviços de referência para HIV em Pernambuco. MÉTODOS: Corte transversal com 122 pacientes HIV positivos. Considerou-se aterosclerose carotídea subclínica o aumento da espessura da camada média intimal da carótida comum > 0,8 milímetros ou placas no ultrassom de carótidas. Os biomarcadores inflamatórios analisados foram IL6, IL1-β, TNF-α, PCR-ultrassensível, sVCAM-1 e sICAM-1. RESULTADOS: Dos 122 pacientes analisados, a maioria era de homens (60,7%, com > 40 anos (57,4%, em uso de TARV (81,1%. A prevalência de aterosclerose foi de 42,6% (52 casos. Pacientes com idade acima de 40 anos e Framingham intermediário ou alto apresentaram maior chance de desenvolver aterosclerose na análise univariada. Idade acima de 40 anos (OR = 6,57 IC 2,66 -16,2; p = 0,000, sexo masculino (OR = 2,76 IC 1,12-6,79; p = 0,027 e a condição de síndrome metabólica (OR = 2,27 IC 0,94-5,50; p = 0,070 mostraram-se associados à aterosclerose na análise multivariada. Níveis elevados de citocinas inflamatórias e moléculas de adesão não mostraram associação com a presença de aterosclerose. CONCLUSÃO: Não houve associação entre os biomarcadores inflamatórios, moléculas de adesão e presença de aterosclerose carotídea. Entretanto, evidenciou-se em homens, pessoas com mais de 40 anos, portadores de escore de Framingham intermediário/alto ou síndrome metabólica maior chance de aterosclerose subclínica.

  5. Intoxicação aguda por diazinon em bovinos Diazinon acute toxicosis in cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Botelho de Castro

    2007-10-01

    Full Text Available O presente trabalho descreve sinais muscarínicos, nicotínicos e morte em 11 de 23 bovinos adultos pulverizados com diazinon em concentração 5-6 vezes maior que a recomendada pelo fabricante. O diagnóstico foi confirmado pela detecção do princípio ativo no fígado e no cérebro de um bovino.The present paper reports muscarinic and nicotinic signs and death of 11 out of 23 adult cattle treated with a pour on diazinon based product, at 5-6 times the recommended concentration by the manufacturer. The diagnosis was performed by the detection of the active principle in liver and brain of cattle.

  6. Avaliação toxicológica do óleo-resina de copaíba em ratos : estudos de toxidade aguda, neurotoxidade e embriofetotoxidade

    OpenAIRE

    Sachetti,Camile Giaretta

    2011-01-01

    Conhecida popularmente como copaíba, o gênero Copaifera L., Fabaceae, é uma das plantas com uso medicinal mais conhecido e utilizado no Brasil. Embora haja vários estudos mostrando algumas das atividades farmacológicas desse óleo-resina, existem poucos trabalhos relacionados à sua toxicidade. No presente estudo, ratas Wistar foram expostas a diferentes doses do óleo-resina de Copaifera reticulata, via gavagem, dissolvida em Tween 80 2%, para se avaliar sua toxicidade aguda e neurotóxica, seu ...

  7. Aspectos da personalidade e sua influência na percepção da dor aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca

    OpenAIRE

    Thaiza Teixeira Xavier Nobre; Luciana Araújo dos Reis; Gilson de Vasconcelos Torres; João Carlos Alchieri

    2011-01-01

    OBJETIVO: Verificar o papel e a influência da personalidade na percepção dolorosa aguda de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa transversal, analítica, prospectiva de caráter correlacional, realizada em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A amostra foi composta por 25 pacientes, sendo 64% do sexo feminino, com menos de 60 anos (52%). RESULTADOS: A intensidade dolorosa foi avaliada pela escala numérica de dor do primeiro ao quinto dia de pós-operatório e o...

  8. Estudo de alterações moleculares e sua relação com dados clínico-laboratoriais em pacientes adultos com leucemia mieloide aguda

    OpenAIRE

    2013-01-01

    Marcadores moleculares, como mutações nos genes FLT3 e NPM1, são ferramentas úteis para a avaliação prognóstica de pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA) e, até o momento, não tinham sido estudadas em pacientes com LMA no Estado de Pernambuco. Dessa forma, esse trabalho teve como objetivo caracterizar pacientes adultos com LMA diagnosticados na Fundação HEMOPE de acordo com achados clínico-laboratoriais e as mutações nos genes FLT3 e NPM1. Foram incluídos 115 pacientes com LMA de novo (1...

  9. Perfil etiológico das diarréias agudas de crianças atendidas em São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Eloisa C.

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: determinar o perfil etiológico das diarréias agudas de um grupo de crianças de baixo nível socioeconômico atendidas em um serviço regional de pronto-atendimento pediátrico. Método: durante dois anos, as crianças com diarréia aguda atendidas durante um horário pré-estabelecido do dia e da semana foram incluídas no estudo. Os outros critérios seletivos eram: a idade inferior a 5 anos; b não utilização de antibiótico no mês precedente; c ausência de viagem para fora da cidade no mês precedente. Foram pesquisados nas fezes: a rotavírus (imunofluorescência e contra-imunoeletroforese; b bactérias - cultura em ágar MacConkey, ágar SS, ágar Columbia, verde brilhante, soroaglutinação, detecção de toxinas - INV, LT,ST,SLT I, SLT II, teste de Séreny, detecção de fatores de virulência -- EAF, eae ,BFP; c protozoários (Hoffman e Faust. No mesmo período, um grupo controle sem diarréia foi também avaliado para os mesmos patógenos fecais. Resultados: no período de março de 1994 a junho de 1996, foram selecionadas para o estudo 154 crianças com diarréia aguda (GDA e 42 crianças sem diarréia (GSDA. Foram detectados agentes enteropatogênicos em 112 casos (72,8% do GDA, e em 9 (21,5% do GSDA. A associação de dois ou mais enteropatógenos ocorreu em 47 (30,5% casos do GDA, e em 3 (7,1% do GSDA. Os patógenos encontrados por caso, do GDA, foram: rotavírus 32 (20,8%, bactérias 53 (34,4%, ambos 25 (16,2%, e 2 (1,4% com Giardia lamblia (em um caso associada a rotavírus e noutro à bactéria. No GSDA, foram detectadas bactérias em 8 casos (19,1%, e bactéria associada à Giardia lamblia em 1 (2,4% caso. Das 105 bactérias isoladas no GDA, 90 eram Escherichia coli (EPEC 27, DAEC 24, ETEC 21, EAEC 18, 12 eram Shigella sp, 2 eram Salmonella sp, e uma era Yersinia sp. As crianças com infecção mista - viral e bacteriana - apresentaram maior ocorrência de vômitos repetidos, desidratação e interna

  10. \\"Incidência de pancreatite aguda em pacientes com traumatismo raquimedular agudo\\"

    OpenAIRE

    Eduardo Henrique Pirolla

    2006-01-01

    A pancreatite é o resultado da atividade corrosiva das enzimas digestivas pancreáticas e, independente dos vários agentes etiológicos e dos mecanismos etiopatogênicos, tem como resultado a ativação enzimática intra-parenquimatosa, a destruição tecidual e a necrose isquêmica. Trata-se de uma afecção, grave, com incidência aumentada em vítimas de traumatismo raquimedular. Nesses doentes, a suspeita clínica de pancreatite pode ser difícil, pois os sinais e sintomas podem estar diminuídos ou ause...

  11. Exposição aguda a derivados imidazolínicos em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bucaretchi Fábio

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estudar a exposição aguda a derivados imidazolínicos em crianças com idade inferior a 15 anos, atendidas no período de janeiro de 1994 a dezembro de 1999. MÉTODOS: Neste estudo retrospectivo foram avaliadas 72 crianças com idades entre dois meses e 13 anos, mediana de dois anos (25% a 75%; um a três anos, expostas a nafazolina (n = 48, fenoxazolina (n = 18, oximetazolina (n = 5 e tetrizolina (n = 1; por via oral (n = 46, nasal (n = 24 ou desconhecida (n = 2. RESULTADOS: No total, 57 crianças desenvolveram manifestações clínicas: sonolência (n = 34, sudorese (n = 20, palidez (n = 17, hipotermia (n = 16, bradicardia (n = 13, extremidades frias (n = 9, agitação (n = 7, taquicardia (n = 6, vômitos (n = 34, respiração irregular e apnéia (n = 5, miose/midríase (n = 4, sendo a nafazolina (n = 47, a fenoxazolina (n = 5 e a oximetazolina (n = 4 os princípios ativos mais envolvidos. O início das manifestações clínicas foi rápido, iniciando-se, em 32/57 crianças, até duas horas após a exposição. Somente medidas de suporte foram empregadas, com uma criança necessitando de ventilação mecânica após exposição à nafazolina. Na maioria dos pacientes, o quadro clínico remitiu até 24 horas após a exposição (n = 39/57. Não houve evolução letal. Pacientes expostos à nafazolina (n = 47/48 apresentaram maior freqüência de manifestações clínicas de intoxicação em comparação com aqueles expostos à fenoxazolina (n = 5/18 (p < 0,001. Comparando-se a freqüência de pacientes que desenvolveram manifestações clínicas de acordo com a via de exposição (oral, n = 34/46; nasal, n = 21/24, não foi encontrada uma diferença estatisticamente significante (p = 0,31. CONCLUSÕES: Na maioria dos casos de exposição a derivados imidazolínicos, principalmente à nafazolina e em crianças com menos de três anos de idade, ocorreu, independentemente da via (oral ou nasal, o aparecimento precoce de manifesta

  12. Insuficiência renal aguda: principais causas e a intervenção de enfermagem em UTI

    OpenAIRE

    Silva, Carla Monteiro Santos da; Silva, Doralice de Almeida Nascimento; Silva, Gleise Gonçalves Passos; Maia, Luiz Faustino dos Santos; Editor Científico; Oliveira, Tatiana Santana de

    2016-01-01

    A insuficiência renal aguda é uma patologia grave que pode ser reversível é considerada uma das principais complicações nos pacientes da unidade de terapia intensiva. Teve como objetivo descrever de acordo com a literatura as principais causas de insuficiência renal e a intervenção de enfermagem. Trata-se de uma pesquisa descritiva de revisão da literatura, por meio da qual realizou-se um levantamento da produção científica relacionada a insuficiência renal aguda nas bases de dados LILACS, Sc...

  13. Comportamento do tronco na fase inicial da sequência de movimento de sentado para de pé, em indivíduos com Acidente Vascular Encefálico, em fase aguda

    OpenAIRE

    Barbosa, Marta

    2013-01-01

    As alterações do controlo postural do tronco observadas em indivíduos pós acidente vascular encefálico (AVE) podem traduzir-se em dificuldades na realização da sequência de movimento de sentado para de pé (STS). Desta forma, o presente estudo teve como objetivo descrever o comportamento do tronco, durante a primeira fase do STS, em cinco indivíduos pós-AVE, em fase aguda. Para tal, os indivíduos foram avaliados em dois momentos, antes (M0) e após (M1) um período de intervenção de 3 meses. ...

  14. Acute respiratory infections in children Infecções respiratórias agudas em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Charles Anthony Hart

    2007-03-01

    Full Text Available Acute respiratory infections (ARI are the leading cause of mortality in children under five years of age worldwide and most of these deaths are due to bronchiolitis and pneumonia. Recent evidence from studies using genome detection systems such as polymerase chain reaction or micro-array technology show that, in most cases, these deaths are caused or precipitated by viruses. In this paper, the definitions of upper and lower respiratory tract infections are reviewed. The principal signs of disease severity and the burden of viruses as causes of ARI are described. The prominent role of Respiratory Syncytial Virus is stressed, with data from epidemiological and clinical studies. Other important viral pathogens, such as Human Metapneumovirus, Human coronaviruses and Influenza are examined. The role of newly described viruses, such as bocavirus, is also discussed. The impact of HIV/AIDS in ARI burden and presentation assessed and the weight of Pneumocystis jiroveci and Mycobacterium tuberculosis infections is recognized. It is concluded that there is an urgent need to improve diagnostics, therapeutics and vaccines, as well as macro and micronutrient intake of children of the world, particularly in developing countries.As infecções respiratórias agudas (IRA são as principais causas da40 mortalidade mundial em crianças menores de cinco anos de idade e a maioria dessas mortes são próprias da bronquiolite e pneumonia. Recentes evidências de estudos usando sistemas de detecção no genoma tais como reação em cadeia da polimerase ou tecnologia de microarrays mostram que, na maioria dos casos, essas mortes são causadas ou precipitadas por vírus. Neste artigo, as definições das infecções dos tratos respiratórios superior e inferior são revisadas. Os principais sinais da gravidade da doença e a carga viral como causas da IRA estão descritas. O papel proeminente do vírus sincicial respiratório é enfatizado, com dados de estudos cl

  15. Pancreatite aguda grave: resultados do tratamento cirúrgico em 68 pacientes Severe acute pancreatitis: results of surgical treatment in 68 patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olívio Louro Costa

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar os resultados do tratamento cirúrgico das formas necrosantes, ou graves, da pancreatite aguda e da forma crônica agudizada. MÉTODO: Foi preenchido um protocolo, de modo consecutivo e prospectivo, de 68 pacientes operados por pancreatite aguda grave e crônica agudizada, no período de 1982 a 2000. Os pacientes foram classificados em três categorias: 1. Pancreatite aguda biliar; 2. Pancreatite aguda de causa indeterminada; 3. Pancreatite crônica agudizada. RESULTADOS: As indicações para o tratamento cirúrgico foram: diagnóstico incerto (32,3%; necrose infectada (60,3% e para necrosectomia (7,4%. As operações realizadas foram: desbridamento de necrose infectada(70,6%; operações sobre as vias biliares (20,6% e desbridamento de grandes necroses (7,4%. Os óbitos hospitalares incidentes, por categoria foram: 1. Pancreatite aguda biliar (33,3%; 2. Pancreatite aguda indeterminada (45,0%; 3. Pancreatite crônica agudizada (37,0%. A média de óbitos foi de 38,2%. Vinte e cinco pacientes foram reoperados, uma ou várias vezes, e nestes a mortalidade foi de 40,0%. Os abscessos foram responsáveis por 52,0% dos óbitos e as outras complicações que resultaram em óbitos, sempre evoluiram para infecção. CONCLUSÕES: Ocorreu um alto índice de operações por diagnóstico incerto. Esta indicação deve se restringir aos casos onde não seja possível o diagnóstico diferencial com certas causas de abdome agudo. As indicações para tratar precocemente a litíase biliar devem ser evitadas ou reduzidas a situações específicas. As reoperações são freqüentemente indicadas nesses pacientes e a infecção foi a principal causa de morte.BACKGROUND: To evaluate the results of surgical treatment of acute necrotizing pancreatitis, as well as its necrotizing alcoholic form. METHODS: Patients were analyzed according to a prospective protocol. Surgery was performed on 68 patients due to necrotizing acute pancreatitis and acutized

  16. Aspectos clínico-diagnósticos relativos à fase aguda da doença de Chagas, em pacientes submetidos a transplante de rim e imunodeprimidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Renato Chocair

    1985-03-01

    Full Text Available Em sete pacientes submetidos a transplante de rim e imonodeprimidos reconheceram os Autores a ocorrência de doença de Chagas, em fase aguda. Tais eventos permitiram verificações sem dúvida expressivas e, entre elas, afigurou-se conveniente salientar as seguintes: presença de febre como manifestação proeminente; valor elucidativo da pesquisa do Trypanosoma cruzi no "creme" leucocitário em etapa de realização de diagnóstico diferencial, quando escassos os elementos orientadores; utilidade da evidenciação, por imunofluorescência, de anticorpos IgM antitripanossomo no soro; falta de participação de enfartamento de linfonodos superficiais ao exame clínico e de linfocitose, com linfócitos atípicos, ao hemograma; decurso não grave, sendo que, para tanto, pode ter contribuído a administração de benzonidazol; possibilidade de manutenção do uso de medicamentos imonossupressores; ausência de prejuízo quanto ao transplante. Julgaram os Autores oportuno relatar esses fatos, em virtude de implicações que eles ensejam quando em desenvolvimento trabalhos de natureza assistencial.

  17. Manejo da asma aguda em adultos na sala de emergência: evidências atuais Management of acute asthma in adults in the emergency room: current evidence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo de Tarso Roth Dalcin

    2009-01-01

    Full Text Available Asma é uma doença com uma alta prevalência em nosso meio e ao redor do mundo. Embora novas opções terapêuticas tenham sido recentemente desenvolvidas, parece haver um aumento mundial na sua morbidade e mortalidade. Em muitas instituições, as exacerbações asmáticas ainda se constituem em uma emergência médica muito comum. As evidências têm demonstrado que o manejo da asma aguda na sala de emergência concentra decisões cruciais que podem determinar o desfecho desta situação clínica. Nesta revisão, enfocaremos a avaliação e o tratamento do paciente com asma aguda na sala de emergência, descrevendo uma estratégia apropriada para o seu manejo. Serão consideradas as seguintes etapas: diagnóstico, avaliação da gravidade, tratamento, avaliação das complicações, decisão sobre onde se realizará o tratamento adicional e orientações por ocasião da alta da emergência. Espera-se que estas recomendações contribuam para que o médico clínico tome as decisões apropriadas durante o manejo da asma aguda na sala de emergência.Asthma is a disease with high prevalence in our country and worldwide. Although new therapeutic approaches have been developed recently, there seems to be a global increase in morbidity and mortality from asthma. In many institutions, asthma exacerbation is still a common medical emergency. Clinical evidence demonstrates that management of acute asthma in the emergency room entails crucial decisions that could determine the clinical outcome. In this review, the authors focus on assessment and treatment of patients with acute asthma and outline an appropriate management strategy. Diagnosis, severity assessment, treatment, complications, decision about where additional treatment will take place and orientations on discharge from the emergency will be considered. It is expected that these recommendations will help physicians to make the appropriate decisions about care of acute asthma in the emergency

  18. Leucemia linfoblástica aguda em lactentes: 20 anos de experiência Acute lymphoblastic leukemia in infants: 20 years of experience

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Ibagy

    2013-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar pacientes com menos de dois anos de idade com leucemia linfoblástica aguda atendidos no período de 1990 a 2010, em um centro de referência estadual. MÉTODOS: Estudo clínico, epidemiológico, transversal, descritivo e observacional. Pacientes incluídos tinham menos de dois anos de idade, com leucemia linfoblástica aguda, tratados no período de 1990 a 2010 na unidade de oncologia pediátrica de um centro de referência estadual, totalizando 41 casos. RESULTADOS: Todos os pacientes eram Caucasianos e 60,9% eram do sexo feminino. Com relação à idade, 24,38% tinham menos de seis meses, 17,07% tinham entre seis meses e um ano e 58,53% mais do que um ano de idade. A idade de seis meses foi estatisticamente significante para o desfecho de óbito. Os sinais e sintomas predominantes foram febre, hematomas e petéquias. Uma contagem de leucócitos superior a 100.000 foi observada em 34,14% dos casos; hemoglobina inferior a 11 em 95,13% e contagem de plaquetas inferior a 100.000, em 75,61% dos casos. Infiltração do sistema nervoso central estava presente em 12,91% dos pacientes. Em relação à linhagem, a linhagem B predominou (73%, mas a linhagem de células T foi estatisticamente significativa para o óbito. Trinta e nove por cento dos pacientes tiveram recorrência da doença. Em relação ao estado vital, 70,73% dos pacientes morreram, sendo choque séptico a principal causa. CONCLUSÕES: leucemia linfoblástica aguda em crianças tem uma alta taxa de mortalidade, principalmente em crianças menores de um ano e linhagem derivada de células T.OBJECTIVE: To analyze patients younger than 2 years with acute lymphoblastic leukemia, treated in the period between 1990 and 2010 in a state reference center. METHODS: This was a clinical-epidemiological, cross-sectional, observational, and descriptive study. It included patients younger than 2 years with acute lymphoblastic leukemia, treated in the period of 1990 to 2010 in a

  19. Meningencefalites bacterianas agudas em crianças: complicações e sequelas neurológicas Acute bacterial meningoencephalitis in children: complications and neurologic sequelae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    WLADIMIR NATALINO

    1999-06-01

    Full Text Available Foram estudadas 271 crianças com idade inferior a 15 anos, com diagnóstico de meningencefalite bacteriana aguda (MBA, no período 1980 -- 1990. Os pacientes foram divididos em dois grupos, conforme não tivessem recebido tratamento prévio (STP, 153 casos, e os que receberam tratamento prévio (CTP, 118 casos. Ocorreram diferenças significativas em relação a identificação do agente etiológico, que foi maior no grupo STP, e em relação a ocorrência de ventriculite, maior no grupo CTP. Ocorreu óbito em 19,5% dos 271 casos, com predomínio em crianças de idade abaixo de 12 meses (29,7% e nos pacientes com MBA por Streptococcus pneumoniae. As manifestações epilépticas e as paresias na fase aguda da MBA predominaram em crianças de idade abaixo de 1 ano. Foram identificados e tratados do ponto de vista neurocirúrgico as ventriculites, higroma subdural, hidrocefalia, empiema subdural e abscesso cerebral.We studied 271 children under age of 15 with diagnosis of acute bacterial meningencephalitis treated at Medical School in Ribeirão Preto, University of São Paulo, between 1980 and 1990. The patients were divided in two groups: 1 those who had not received previous antibiotics treatment (NTP, with 153 cases; and 2, those who had received previous antibiotics treatment (PT, with 118 cases. The etiological agent was more frequently identified in NPT group, while ventriculitis was more frequent in PT group. Mortality rate accounted for 19,5% of all cases, and 29.7% of children under 12 months of age. Acute meningitis caused by Streptococcus pneumoniae was frequently followed by increased mortality. Convulsive disorders and hemiparesis predominante among children under 12 months of age. On the neurosurgical point of view, ventriculitis, subdural hygroma, hydrocephalus, subdural empyema and brain abscess were identified and treated

  20. DIARREA AGUDA

    OpenAIRE

    M., RAÚL ACUÑA

    2015-01-01

    En este artículo se enfocará la diarrea aguda del adulto desde una perspectiva clínica, incorporando definiciones básicas de epidemiología, fisiopatología, enfrentamiento clínico, estudio cuando corresponda y tratamiento. Se presentarán nuevas herramientas diagnósticas basadas en biología molecular, de reciente introducción en clínica y que han significado un aporte en casos seleccionados. Además, se enfrentan situaciones especiales como la diarrea del viajero y de los pacientes inmunocomprom...

  1. Exeqüibilidade, segurança e acurácia do ecocardiograma sob estresse com dobutamina/ atropina para detecção de doença arterial coronariana em candidatos a transplante renal Feasibility, safety and accuracy of dobutamine/atropine stress echocardiography for the detection of coronary artery disease in renal transplant candidates

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Antonio Muniz Ferreira

    2007-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a exeqüibilidade, a segurança e a acurácia diagnóstica do ecocardiograma sob estresse (EEDA com dobutamina/atropina em candidatos a transplante renal. MÉTODOS: Pacientes candidatos a transplante renal com e sem nefropatia diabética realizaram EEDA e cineangiocoronariografia. Consideraram-se dois pontos de corte para doença arterial coronariana (DAC: > 50% e > 70% de obstrução de uma artéria epicárdica. RESULTADOS: Cento e quarenta e oito pacientes realizaram o EEDA e a angiografia coronariana. A média de idade foi de 52±9 anos, 69% eram do sexo masculino, 27% tinham nefropatia diabética, e 73%, HVE; 63% estavam assintomáticos, 36% e 22% apresentaram obstruções coronarianas > 50% e > 70%, respectivamente. A exeqüibilidade foi de 91% e houve 2,7% de complicações maiores. Obtiveram-se as seguintes médias de sensibilidade, especificidade e acurácia, considerando obstrução coronariana > 50%: 53% (IC:45-61, 87% (IC:81-93, e 75% (IC:63-83, respectivamente. Para obstrução >70%, 71% (IC:64-92, 85% (IC:79-91 e 81% (IC:75-87. A sensibilidade para diagnosticar doença uniarterial foi 41% (IC:19-63 e doença multiarterial, 78% (IC:64-92. CONCLUSÃO: O EEDA foi exeqüível e seguro; entretanto, foi ineficiente para rastreamento de DAC, considerando obstruções > 50%, mas pode ser útil para detecção de DAC em pacientes com obstruções > 70% e doença multiarterial.OBJECTIVE: To evaluate the feasibility, safety and accuracy of dobutamine/atropine stress echocardiography (DASE for the detection of coronary artery desease (CAD in renal transplant candidates. METHODS: Patients candidates to renal transplant were submitted consecutively to DASE and coronary angiography. The adopted angiographic criteria for CAD were an obstructive lesion of > 50% and > 70%. RESULTS: 148 patients underwent the DASE and the coronary angiography. Mean age was 52 ± 9 years, 69% of the patients were males; 27% had diabetic nephropathy

  2. Doença de chagas aguda em mulher de 80 anos no México. Relato anatomopatológico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Lozano Kasten

    1993-12-01

    Full Text Available Mulher de 80 anos de idade, com doença de Chagas aguda diagnosticada à necrópsia, adquirida, provavelmente, através de triatomíneos no município de Zacoelo de Torres, no Estado de Jalisco, México. Assinala-se a raridade do encontro de casos de doença de Chagas agudo, na faixa etária da paciente. O exame anatomopatológico mostrou comprometimento do coração, esôfago e intestino grosso. Encontrou-se lesões no sistema nervoso autônomo intramural do esôfago e do intestino grosso, sendo estes achados de interesse, por ocorrer em área geográfica onde os megas tem sido pouco relatados.

  3. Síndrome aguda do tórax como primeira manifestação de anemia falciforme em adulto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BOK YOO HUGO HYUNG

    2002-01-01

    Full Text Available A síndrome aguda do tórax (SAT acomete portadores de anemia falciforme e é responsável por cerca de 25% dos óbitos. Relata-se o caso de um homem pardo de 45 anos, alcoolista crônico, sem nenhum antecedente de falcização, com quadro de pneumonia-símile havia sete dias. A radiografia simples do tórax mostrou infiltrado heterogêneo bilateral, com áreas de consolidação e broncograma aéreo e derrame pleural à esquerda. Outros exames laboratoriais revelaram anemia, leucocitose com desvio à esquerda e hipoxemia. Tratado com cefoxitina e amicacina, o paciente evoluiu rapidamente para insuficiência respiratória aguda e morreu 14 horas após a internação. Na necropsia, no exame dos pulmões observaram-se intensa congestão, hemorragia intra-alveolar, dano alveolar difuso e hemácias com morfologia falciforme. O caráter rápido, progressivo e freqüentemente mimetizado por outras doenças torna a SAT um evento dramático e de diagnóstico precoce difícil, sendo, entretanto, obrigatória tê-la sempre em mente, especialmente em um país com grande população da raça negra como o Brasil.

  4. Fração de excreção de potássio na evolução da lesão renal aguda em pacientes graves: um potencial marcador a ser monitorizado?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Toledo Maciel

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o comportamento da fração de excreção de potássio durante a evolução da lesão renal aguda em pacientes graves. Métodos: Foram incluídos 168 pacientes como parte de um estudo maior, no qual avaliamos parâmetros sanguíneos e urinários durante a evolução da lesão renal aguda. Foram coletadas diariamente amostras de sangue e urina até a remoção da sonda vesical ou a necessidade de terapia de substituição renal. Descrevemos a evolução da fração de excreção de potássio conforme a presença ou não de lesão renal aguda, sua duração - transitória ou persistente - e gravidade (com base no estágio Acute Kidney Injury Network - AKIN. Foi também avaliado o desempenho diagnóstico da fração de excreção de potássio no dia do diagnóstico da lesão renal aguda, para prever a sua duração e a necessidade de terapia de substituição renal. Resultados: A fração de excreção de potássio foi significativamente maior na lesão renal aguda persistente do que na transitória no dia do diagnóstico da lesão renal aguda (24,8 versus 13,8%; p<0,001. Ambos os grupos tiveram aumento de sua fração de excreção de potássio mediana nos 2 dias que precederam o diagnóstico de lesão renal aguda. Pacientes que não desenvolveram mantiveram níveis baixos e estáveis de fração de excreção de potássio. A fração de excreção de potássio, no dia do diagnóstico de lesão renal aguda, demonstrou razoável precisão em prever lesão renal aguda persistente (área sob a curva: 0,712; intervalo de confiança de 95%: 0,614-0,811; p<0,001. A área sob a curva para terapia de substituição renal foi de 0,663 (intervalo de confiança de 95%: 0,523-0,803; p=0,03. A fração de excreção de potássio aumentou com o estágio máximo atingido do AKIN, tanto para lesão renal aguda transitória quanto para persistente. Conclusão: A avaliação sequencial da fração de excreção de potássio parece útil em

  5. Efeito da prednisona em lesão medular aguda experimental em ratos Effect of prednisone on acute experimental spinal cord injury in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.M.O. Silva

    2008-06-01

    Full Text Available Foram utilizados 25 ratos (Rattus novergicus submetidos a trauma experimental da medula espinhal, empregando-se aparelho estereotáxico com um peso de 50,5g comprimindo a duramáter durante cinco minutos. Após o trauma, os animais foram divididos em cinco grupos de cinco. O grupo A (controle recebeu placebo oito horas após o trauma; os grupos B, C, D e E receberam prednisona oito, 24, 48 e 120 horas após o trauma, respectivamente. A prednisona foi administrada na dose inicial de 2mg/kg, durante cinco dias, com diminuição progressiva até o 26º dia. Os animais foram avaliados conforme a capacidade motora, posicionamento proprioceptivo, reflexo de localização, plano inclinado e sensibilidade dolorosa. Após 33 dias da cirurgia, foram sacrificados para avaliação histológica das medulas espinhais. Observaram-se degeneração das raízes nervosas, necrose medular, inflamação local e reação glial, sem diferenças entre os grupos. Não houve correlação entre os testes neurológicos. A utilização da prednisona na lesão medular aguda não teve efeito diferenciado com o tempo e não foi prejudicial na recuperação neurológica, mesmo quando utilizada tardiamente.Twent-five rats (Rattus novergicus were submitted to an experimental spinal cord injury by using a 50.5g stereotaxic equipament to apply pressure on the duramater during five minutes. After the spinal cord injury, the animals were randomly distributed into five groups of five animals each: one group received placebo 8 hours after injury and the remaining four groups received prednisone at 8, 24, 48, and 120 hours after injury. Prednisone was applied at 2mg/kg dosage during five days and progressively reduced until the 26th day. Animals were evaluated by motor capacity, proprioceptive positioning, locating reflex, inclined plan, and sensibility to pain. The animals were sacrificed 33 days after surgery for histological study of the spinal cords that revealed degeneration of the

  6. Acesso radial em intervenções coronarianas percutâneas: panorama atual brasileiro Acceso radial en intervenciones coronarias percutáneas: panorama actual brasileño Radial approach in percutaneous coronary interventions: current status in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Beraldo de Andrade

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Embora a técnica radial exiba resultados incontestáveis na redução de complicações vasculares e ocorrência de sangramento grave quando comparada à técnica femoral, seu emprego permanece restrito a poucos centros que a elegeram como via de acesso preferencial. OBJETIVO: Avaliar o cenário atual das intervenções coronarianas percutâneas no Brasil quanto à utilização da via de acesso radial. MÉTODOS: Análise dos dados cadastrados de forma espontânea na Central Nacional de Intervenções Cardiovasculares (CENIC durante o quadriênio de 2005-2008, o que totaliza 83.376 procedimentos. RESULTADOS: A técnica radial foi utilizada em 12,6% dos procedimentos efetivados, e a técnica femoral, em 84,3%. Os 3,1% restantes foram representados pela dissecção ou punção braquial. Com uma taxa de sucesso de 97,5%, a opção pelo acesso radial associou-se à redução significativa de complicações vasculares quando comparado ao femoral (2,5% versus 3,6%, p FUNDAMENTO: Aunque la técnica radial exhiba resultados incontestables en la reducción de complicaciones vasculares y ocurrencia de sangrado grave cuando es comparada a la técnica femoral, su empleo permanece restringido a pocos centros que la eligieron como vía de acceso preferencial. OBJETIVO:Evaluar el escenario actual de las intervenciones coronarias percutáneas en el Brasil en cuanto a la utilización de la vía de acceso radial. MÉTODOS:Análisis de los datos registrados de forma espontánea en la Central Nacional de Intervenciones Cardiovasculares (CENIC durante el cuatrienio de 2005-2008, lo que totaliza 83.376 procedimientos. RESULTADOS:La técnica radial fue utilizada en 12,6% de los procedimientos efectuados, y la técnica femoral, en 84,3%. Los 3,1% restantes fueron representados por la disección o punción braquial. Con una tasa de éxito de 97,5%, la opción por el acceso radial se asoció a la reducción significativa de complicaciones vasculares cuando

  7. Avaliação molecular de norovírus em pacientes com gastroenterite aguda Molecular evaluation of norovírus in patients with acute gastroenteritis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sofia Georgiadis

    2010-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O norovírus foi recentemente identificado como o principal causador de surtos de gastroenterite aguda de origem não bacteriana em todo o mundo e está envolvido em episódios de origem alimentar. Neste estudo, foram avaliados pacientes com sintomas de gastroenterite aguda pelo período de um ano, a fim de se avaliar duas metodologias na identificação do NoV - a reação em cadeia por polimerase convencional e em tempo real -, incidência, sazonalidade e genótipo predominante. MÉTODOS: Após a extração do RNA, 50 amostras foram analisadas pela metodologia de PCR convencional e 365 amostras foram analisadas pela metodologia de PCR em tempo real. Todas as amostras que apresentaram resultado positivo pelas duas metodologias ou discordante foram sequenciadas, ao todo, 13 amostras foram sequenciadas. RESULTADOS: Das 50 amostras testadas pelas duas metodologias, 7 apresentaram resultado positivo pelo método convencional e 15 pelo método da PCR em tempo real. Do total de 365 amostras testadas pela metodologia de PCR, em tempo real, 48 foram positivas. Em relação às amostras sequenciadas, todas mostraram ser NoV do genogrupo II. Em relação à distribuição da incidência de amostras, positivas para NoV, ao longo do ano, pôde ser observada uma frequência de casos positivos maior na primavera, chegando a 29,7% em novembro. CONCLUSÕES: Observamos que o PCR em tempo real é o método mais sensível para a identificação do Nov, que a incidência do NoV é de 13,2% e o genogrupo II prevalece na população avaliada, sendo a primavera o período de maior taxa de infecção.INTRODUCTION: Norovírus was recently identified as the main cause of outbreaks of acute gastroenteritis of non-bacterial origin worldwide and it is involved in episodes of foodborne origin. In this study, patients with symptoms of acute gastroenteritis were evaluated over a one-year period, in order to evaluate two methods for identifying norovírus (real

  8. O uso do Aloe sp (aloe vera) em feridas agudas e crônicas: revisão integrativa

    OpenAIRE

    Lucélia Terra Chini; Roberta Aparecida Mendes; Lais Reis Siqueira; Sandreli Pereira da Silva; Patrícia Costa dos Santos Silva; Eliza Maria Rezende Dázio; Silvana Maria Coelho Leite Fava

    2017-01-01

    Objetivos: buscar evidencias disponibles en la literatura acerca del uso de Aloe sp (sábila) en la cicatrización de heridas agudas y crónicas. Materiales y método: se trata de una revisión integradora realizada en las bases de datos LILACS, PubMed y Scopus, en el periodo de febrero a marzo del 2015. La búsqueda resultó en 178 publicaciones. Resultados: siete estudios constituyeron la revisión, los cuales involucraron personas con heridas de cesárea, heridas de episiotomía, quemaduras, área do...

  9. DIARREA AGUDA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RAÚL ACUÑA M., DR.

    2015-09-01

    Full Text Available En este artículo se enfocará la diarrea aguda del adulto desde una perspectiva clínica, incorporando definiciones básicas de epidemiología, fisiopatología, enfrentamiento clínico, estudio cuando corresponda y tratamiento. Se presentarán nuevas herramientas diagnósticas basadas en biología molecular, de reciente introducción en clínica y que han significado un aporte en casos seleccionados. Además, se enfrentan situaciones especiales como la diarrea del viajero y de los pacientes inmunocomprometidos. La diarrea asociada a antibióticos se tratará en un artículo aparte.

  10. Aspectos clínico-diagnósticos relativos à fase aguda da doença de Chagas, em pacientes submetidos a transplante de rim e imunodeprimidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Renato Chocair

    1985-03-01

    Full Text Available Em sete pacientes submetidos a transplante de rim e imonodeprimidos reconheceram os Autores a ocorrência de doença de Chagas, em fase aguda. Tais eventos permitiram verificações sem dúvida expressivas e, entre elas, afigurou-se conveniente salientar as seguintes: presença de febre como manifestação proeminente; valor elucidativo da pesquisa do Trypanosoma cruzi no "creme" leucocitário em etapa de realização de diagnóstico diferencial, quando escassos os elementos orientadores; utilidade da evidenciação, por imunofluorescência, de anticorpos IgM antitripanossomo no soro; falta de participação de enfartamento de linfonodos superficiais ao exame clínico e de linfocitose, com linfócitos atípicos, ao hemograma; decurso não grave, sendo que, para tanto, pode ter contribuído a administração de benzonidazol; possibilidade de manutenção do uso de medicamentos imonossupressores; ausência de prejuízo quanto ao transplante. Julgaram os Autores oportuno relatar esses fatos, em virtude de implicações que eles ensejam quando em desenvolvimento trabalhos de natureza assistencial.The Authors detected the acute stage of Chagas'diseasein seven immunosuppressedpatients, following renal transplantation. The outstanding clinical and diagnostic features seen in these patients were as follows: fever was an important clinical sign of disease; the direct microscopic demonstration of Trypanosoma cruzi in the buffy layer of blood samples yielded positive results; immunofluorescent IgM antibodies may befound in sera; no lymph node enlargement was noticed on clinical examination and lymphocytosis was not seen on blood smears. The clinical course of the disease was not severe, although this could in part be due to treatment with benznidazole. The immunoppressive therapy could be maintained and no damage occurred to the transplanted organ.

  11. O uso do Aloe sp (aloe vera em feridas agudas e crônicas: revisão integrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucélia Terra Chini

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivos: buscar evidencias disponibles en la literatura acerca del uso de Aloe sp (sábila en la cicatrización de heridas agudas y crónicas. Materiales y método: se trata de una revisión integradora realizada en las bases de datos LILACS, PubMed y Scopus, en el periodo de febrero a marzo del 2015. La búsqueda resultó en 178 publicaciones. Resultados: siete estudios constituyeron la revisión, los cuales involucraron personas con heridas de cesárea, heridas de episiotomía, quemaduras, área donadora de injerto, heridas posthemorroidectomía y heridas fisuarias anales crónicas. Se evidenció que la sábila promueve la cicatrización de heridas, además de disminuir el dolor en fisuras anales crónicas y quemaduras. Conclusiones: la sábila representa una nueva terapéutica en el tratamiento de heridas; sin embargo, las evidencias disponibles sobre su eficacia y seguridad son ineficientes para legitimar su uso en la cicatrización de heridas agudas y crónicas; por lo tanto, no se pueden generalizar.

  12. Intoxicação experimental aguda por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos Experimental acute poisoning by bracken fern (Pteridium aquilinum in cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno L. Anjos

    2009-09-01

    Full Text Available Este experimento foi delineado para investigar os seguintes pontos em relação à intoxicação aguda por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos: 1 a intensidade da trombocitopenia em diferentes momentos da intoxicação e sua relação com possíveis déficits na hemostasia secundária, 2 a relação da neutropenia com as manifestações morfológicas de septicemia ocasionalmente observadas na necropsia, e 3 o mecanismo da anemia e sua relação com a perda de sangue, a vida média eritróide e a evolução da doença. As hastes superiores mais verdes de P. aquilinum foram administradas a quatro bovinos sem raça definida, com idade média de 1,5 ano e pesos entre 190-215 kg. Um bovino de idade e peso semelhantes foi usado como controle e, exceto por não ter recebido P. aquilinum, foi mantido nas mesmas condições que os outros quatro. Os quatro bovinos que receberam a planta morreram com quadro característico da intoxicação aguda por samambaia após receberem durante 53-58 dias, doses diárias de 8,0, 8,6, 10,2 e 10,6g/kg de peso corporal, que totalizaram, ao final do experimento, respectivamente, 112,7, 107,6, 85,7, 90,15 kg da planta, o que corresponde, respectivamente, a 59,3%, 63,3%, 47,4%, 47,5% da planta em relação ao peso dos bovinos. A doença caracterizou-se por febre de até 42,5°C e diversos graus de hemorragias observadas clinicamente, na necropsia e na histopatologia. A morte ocorria 6-7 dias após o início do quadro febril. As alterações hematológicas revelaram trombocitopenia e neutropenia acentuadas. Em dois dos quatro bovinos havia anemia leve. Não houve variações significativas nos tempos de coagulação dos bovinos intoxicados, quando avaliados os fatores de coagulação (secundária, excluindo-se assim a possibilidade da participação de distúrbios da hemostasia secundária na patogênese das hemorragias nessa intoxicação. A determinação dos produtos da degradação da fibrina no soro revelou dados

  13. Lesão renal aguda em crianças: incidência e fatores prognósticos em pacientes gravemente enfermos Acute kidney injury in children: incidence and prognostic factors in critical ill patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kenia Machado Souza Freire

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Lesão renal aguda caracteriza-se pela redução súbita e, em geral, reversível da função renal com perda da capacidade de manutenção da homeostase do organismo. Em pediatria, as principais causas de lesão renal aguda são sepse, uso de drogas nefrotóxicas e isquemia renal nos pacientes criticamente enfermos. Nesses pacientes, a incidência de lesão renal aguda varia de 20 a 30%, resultando em aumento da taxa de morbi-mortalidade de 40 a 90%. Este estudo tem como objetivo avaliar a incidência de lesão renal aguda nos pacientes internados em unidade de terapia intensiva, classificar a gravidade da lesão renal aguda de acordo com o Pediatric Risk, Injury, Failure, Loss, End-Stage (pRIFLE, analisar a relação entre lesão renal aguda e a gravidade através do Pediatric Index of Mortality (PIM e estudar os fatores prognósticos associados. MÉTODOS: Realizou-se um estudo prospectivo entre julho de 2008 a janeiro de 2009 dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital Infantil Joana de Gusmão - Florianópolis (SC - Brasil. Todos os pacientes foram analisados diariamente através do débito urinário e creatinina sérica e classificados de acordo com pRIFLE. RESULTADOS: No período de acompanhamento foram internadas 235 crianças. A incidência de lesão renal aguda foi de 30,6%, sendo que o pRIFLE máximo durante a internação foi de 12,1% para R, 12,1% para I e 6,4% para F. A taxa de mortalidade foi de 12,3%. Os pacientes que evoluíram com lesão renal aguda apresentaram risco dez vezes maior de óbito em relação aos não expostos. CONCLUSÃO: Lesão renal aguda é uma entidade comum nos pacientes críticos. O diagnóstico precoce a e instituição imediata de medidas terapêuticas adequadas a cada situação clínica podem alterar o curso e a gravidade do envolvimento renal reduzindo a morbi-mortalidade do paciente.OBJECTIVES: Acute kidney injury is characterized by sudden and generally

  14. Intoxicação experimental aguda por Senecio brasiliensis em ovinos e indução de resistência à intoxicação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane B. Grecco

    2012-09-01

    Full Text Available Ovinos são mais resistentes à intoxicação por Senecio spp. que bovinos e equinos. Para determinar se essa resistência é induzida pela ingestão de pequenas e repetidas doses da planta e se essa resistência é duradoura, foram realizados três experimentos com folhas e talos verdes de Senecio brasilienses. Para determinar a dose mínima que causa intoxicação aguda (experimento 1, foram administradas doses únicas de 60, 80, 90, 100 e 100g/kg de peso corporal (pc a cinco ovinos, respectivamente. Os animais que receberam 60 e 80 g/kg de pc de S. brasiliensis não adoeceram, porém o ovino que recebeu 80g/kg de pc apresentava fibrose e megalocitose discretas nas biópsias realizadas aos 90, 120 e 150 dias do término da administração da planta. Os ovinos que receberam 90 e 100g/kg de pc apresentaram anorexia, prostração, movimentos de pedalagem, dor abdominal e morte 12-48 horas após o aparecimento dos sinais clínicos. Na necropsia havia ascite, petéquias disseminadas e acentuação do padrão lobular hepático. Histologicamente havia necrose hemorrágica centro-lobular. No Experimento 2 a dose capaz de causar a intoxicação aguda foi fracionada e administrada em duas, cinco e 10 doses diárias para 3 ovinos, respectivamente. A dose tóxica fracionada não provocou sinais clínicos de intoxicação em nenhum dos ovinos, porém havia fibrose periportal e megalocitose moderadas nas biopsias realizadas aos 60 dias do término da administração da planta, as quais não evoluíram. O ovino que recebeu a dose fracionada em 10 administrações não apresentou lesões histológicas nas biópsias. Para determinar se os ovinos tornam-se resistentes à forma aguda da intoxicação (experimento 3, foram administradas doses diárias de 15g/kg de pc por 30 dias e 30g/kg de pc por 10 dias a quatro ovinos. No dia seguinte à última administração dois ovinos receberam a dose única de 100g/kg de pc de S. brasiliensis, mas não adoeceram nem

  15. Fatores ambientais e hospitalizações em crianças menores de cinco anos com infecção respiratória aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Botelho

    Full Text Available Considerando a hospitalização como um indicador de gravidade da Infecção Respiratória Aguda (IRA, objetiva-se estudar a associação de alguns fatores ambientais com a necessidade de tratamento hospitalar em crianças com diagnóstico de IRA. Foram analisados todos os prontuários de atendimento do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, das crianças menores de cinco anos, de ambos os sexos, agrupados por mês do atendimento. Obedecendo às características climáticas da região, dois períodos climáticos foram levados em conta: seco (maio a outubro e chuvoso (novembro a abril. As variáveis: temperatura, umidade relativa do ar, o número de focos de calor (queimadas foram cotejadas. A prevalência da IRA foi 49,8%; a necessidade de internação alcançou 7,6%, com percentual de internações maior no período seco. Conclui-se que o período seco e a umidade relativa do ar estão associados com as hospitalizações das crianças estudadas.

  16. Fatores ambientais e hospitalizações em crianças menores de cinco anos com infecção respiratória aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Botelho Clovis

    2003-01-01

    Full Text Available Considerando a hospitalização como um indicador de gravidade da Infecção Respiratória Aguda (IRA, objetiva-se estudar a associação de alguns fatores ambientais com a necessidade de tratamento hospitalar em crianças com diagnóstico de IRA. Foram analisados todos os prontuários de atendimento do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, das crianças menores de cinco anos, de ambos os sexos, agrupados por mês do atendimento. Obedecendo às características climáticas da região, dois períodos climáticos foram levados em conta: seco (maio a outubro e chuvoso (novembro a abril. As variáveis: temperatura, umidade relativa do ar, o número de focos de calor (queimadas foram cotejadas. A prevalência da IRA foi 49,8%; a necessidade de internação alcançou 7,6%, com percentual de internações maior no período seco. Conclui-se que o período seco e a umidade relativa do ar estão associados com as hospitalizações das crianças estudadas.

  17. Terapia de reidratação oral para diarréia aguda em região do nordeste do Brasil, 1986-1989

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clóvis E. S. Galvão

    1994-12-01

    Full Text Available Foi estudada a utilização da Terapia de Reidratação Oral (TRO no tratamento da diarréia infantil aguda em menores de cinco anos de idade, através de inquérito domiciliar transversal nos anos de 1986 e 1989, em três localicadades da ilha de São Luís, MA, Brasil. A prevalência da doença diarréica foi alta (16,8% e 7,8% e a utilização da TRO baixa (31% e 25,3%, em 1986 e 1989, havendo decréscimo estatisticamente significante desta taxa entre esses anos. A utilização da TRO foi maior entre 6 e 23 meses de idade da criança, entre as mães com segundo grau, quando a indicação do tratamento foi feita por agentes de saúde e quando a mãe não usou medicamento para diarréia. O uso da TRO não mostrou associação com a renda familiar e com a relação do chefe de família no emprego. Entre as intervenções propostas para melhor promoção do uso da TRO, sugeriu-se uma política de educação em saúde direcionada às comunidades mais carentes, progamas de reciclagem dos profissionais de saúde no tratamento da diarréia infantil e programas de treinamento para agentes de saúde.

  18. Terapia de reidratação oral para diarréia aguda em região do nordeste do Brasil, 1986-1989

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Galvão Clóvis E. S.

    1994-01-01

    Full Text Available Foi estudada a utilização da Terapia de Reidratação Oral (TRO no tratamento da diarréia infantil aguda em menores de cinco anos de idade, através de inquérito domiciliar transversal nos anos de 1986 e 1989, em três localicadades da ilha de São Luís, MA, Brasil. A prevalência da doença diarréica foi alta (16,8% e 7,8% e a utilização da TRO baixa (31% e 25,3%, em 1986 e 1989, havendo decréscimo estatisticamente significante desta taxa entre esses anos. A utilização da TRO foi maior entre 6 e 23 meses de idade da criança, entre as mães com segundo grau, quando a indicação do tratamento foi feita por agentes de saúde e quando a mãe não usou medicamento para diarréia. O uso da TRO não mostrou associação com a renda familiar e com a relação do chefe de família no emprego. Entre as intervenções propostas para melhor promoção do uso da TRO, sugeriu-se uma política de educação em saúde direcionada às comunidades mais carentes, progamas de reciclagem dos profissionais de saúde no tratamento da diarréia infantil e programas de treinamento para agentes de saúde.

  19. Uncária tomentosa e a lesão renal aguda isquêmica em ratos

    OpenAIRE

    Maria de Fátima Fernandes Vattimo; Natalia Oliveira da Silva

    2011-01-01

    O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito renoprotetor do fitoterápico Uncaria tomentosa sobre a lesão renal aguda isquêmica induzida pelo clampeamento dos pedículos renais de ratos. A hipóxia e a hipoperfusão geradas com a isquemia intensificam a produção de espécies reativas já presentes no processo inflamatório. Os resultados mostraram que a função renal avaliada pelo clearance de creatinina, a excreção de peróxidos urinários (FOX) e a excreção urinária de malondealdeído (TBARS) desses ...

  20. Uncária tomentosa e a lesão renal aguda isquêmica em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Fernandes Vattimo

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito renoprotetor do fitoterápico Uncaria tomentosa sobre a lesão renal aguda isquêmica induzida pelo clampeamento dos pedículos renais de ratos. A hipóxia e a hipoperfusão geradas com a isquemia intensificam a produção de espécies reativas já presentes no processo inflamatório. Os resultados mostraram que a função renal avaliada pelo clearance de creatinina, a excreção de peróxidos urinários (FOX e a excreção urinária de malondealdeído (TBARS desses animais apresentou renoproteção induzida pela UT, provavelmente relacionada às suas atividades antioxidantes.

  1. Resposta de fase aguda, subnutrição e estado nutricional do ferro em adultos com AIDS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monteiro Jacqueline Pontes

    2000-01-01

    Full Text Available Foram comparados o estado nutricional e parâmetros do metabolismo do ferro de adultos HIV-positivos, com ou sem resposta de fase aguda (RFA. Adultos HIV-positivos (n = 29 submeteram-se a antropometria, recordatório alimentar e determinação sérica de albumina, proteína C reativa (PCR, ferritina e capacidade total de ligação do ferro (CTLF, além de creatinina urinária. Infecção mais PCR > 7mg/dl foram critérios de positividade da RFA. Índice de massa corporal (IMC < 18,5kg/m2 e índice creatinina-altura (ICA < 70% definiram subnutrição. Subnutrição (77,8 vs 40% e tuberculose pulmonar (44,4 vs 9,5% foram mais freqüentes nos pacientes RFA-positivos, que também apresentaram menores níveis de albumina (3,7 ± 0,9 vs 4,3 ± 0,9g/dl, CTLF (165,8 ± 110,7 vs 265,9 ± 74,6mg/dl e hemoglobina (10,5± 1,8 vs 12,6 ± 2,3g/dl. A ingestão de ferro foi adequada e similar entre RFA-positivos e RFA-negativos, o mesmo ocorrendo, respectivamente, quanto à ferritina sérica (mediana; variação, 568; 45,3-1814 vs 246; 18,4-1577ng/ml. Pacientes HIV-positivos com resposta de fase aguda são nutricionalmente mais comprometidos e têm anemia que parece não depender da ingestão recente de ferro.

  2. Mortalidade e prognóstico específico em pacientes com insuficiência renal aguda Assessment of mortality and specific index in acute renal failure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luis Balbi

    2005-12-01

    Full Text Available Vários sistemas de estratificação de risco têm sido estudados com o objetivo de predizer a evolução de pacientes graves com insuficiência renal aguda (IRA. OBJETIVOS: Avaliar e comparar as taxas de mortalidade e o escore de severidade individual de necrose tubular aguda (ATN-ISS em pacientes que desenvolveram IRA tratados em hospital universitário de atendimento predominantemente terciário. MÉTODOS: Foram estudados prospectivamente 103 pacientes com IRA por necrose tubular aguda (NTA, atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, acompanhados até recuperação do quadro renal ou óbito. No momento da primeira avaliação do nefrologista foi aplicado o escore ATN-ISS. Os resultados foram apresentados em média ± desvio padrão ou mediana, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Verificamos que 51,4% eram do sexo masculino, com média de idade de 58 ± 36 anos. A mortalidade geral foi de 44,3%, sendo estatisticamente maior nos pacientes provenientes de enfermarias cirúrgicas (52,7% quando comparados àqueles de enfermarias clínicas (35,3%, e naqueles que realizaram diálise (63,8% quando comparados aos de tratamento conservador (23,5%. O escore ATN-ISS apresentou boa confiabilidade, com elevado poder discriminatório (área sob a curva de 0,95 e boa calibração, principalmente a partir do quintil 3. CONCLUSÃO: Na população estudada, as taxas de mortalidade foram semelhantes àquelas encontradas na literatura. O escore ATN-ISS mostrou ser um índice prognóstico com grande confiabilidade, podendo ser aplicado na prática diária do nefrologista.A variety of systems of risk factor stratification have been studied to predict the outcome in acute renal failure (ARF. Objectives. Assess and compare mortality and the Acute Tubular Necrosis Individual Severity Score (ATN-ISS in patients with AFR treated in a university hospital. METHODS: A prospective analysis was made of 103 patients with a

  3. Fatores preditivos da evolução da asma aguda em crianças Factors predictive of the development of acute asthma attacks in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luisa Zocal Paro

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar fatores preditivos da evolução da asma aguda, a partir de características clínicas e funcionais observadas no momento da admissão de crianças em unidade de emergência. MÉTODOS: Este estudo avaliou prospectivamente 130 crianças com asma aguda, na faixa etária de um a treze anos, no momento da admissão e durante a evolução em unidade de emergência, através de escore clínico e medidas de saturação arterial de oxigênio por oximetria de pulso e do pico de fluxo expiratório. RESULTADOS: Os valores iniciais de escore clínico, saturação arterial de oxigênio medida por oximetria de pulso e pico de fluxo expiratório apresentaram correlação com o número de inalações realizadas e a necessidade do uso de corticosteróide. As médias dos valores iniciais de escore clínico e da saturação arterial de oxigênio dos pacientes que foram internados foram estatisticamente diferentes das dos que não foram internados. Os valores iniciais de escore clínico e de saturação arterial de O2 e a existência de atendimento anterior pela mesma exacerbação foram preditivos da necessidade de hospitalização das crianças. CONCLUSÕES: A medida da saturação arterial de O2 e o escore clínico foram úteis para predizer a evolução da asma aguda em crianças. A medida do pico de fluxo expiratório é de difícil obtenção e interpretação nessa condição e demonstrou ter pouca aplicação prática.OBJECTIVE: To use clinical and functional characteristics observed upon admission to an emergency room to identify factors predictive of the occurrence and course of acute asthma attacks in children. METHODS: We prospectively studied 130 asthmatic children, from 1 to 13 years of age, who were treated for acute asthma attacks in an emergency room, evaluating status determined at admission and over the course of the crisis. Clinical scores were determined and arterial oxygen saturation by pulse oximetry was measured, as was

  4. Doença arterial coronariana subclínica em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1 em hemodiálise Enfermedad arterial coronaria subclínica en pacientes con Diabetes Mellitus tipo 1 en hemodiálisis Subclinical coronary artery disease in patients with type 1 Diabetes Mellitus undergoing hemodialysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dinaldo Cavalcanti de Oliveira

    2009-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A aterosclerose ocorre mais cedo em pacientes com diabetes mellitus tipo 1 (DM-1 e a doença arterial coronariana (DAC constitui a mais importante causa de morte. OBJETIVO: Avaliar a prevalência e as características anatômicas da DAC em pacientes com DM-1 e insuficiência renal crônica, submetidos à diálise. MÉTODOS: Este é um estudo descritivo de 20 pacientes com DM-1 submetidos à diálise sem DAC conhecida. A DAC foi avaliada através de angiografia coronariana quantitativa (ACQ e ultra-som intravascular (USIV. A ACQ foi realizada em todas as lesões >30%, visualmente Todos os segmentos proximais de 18 mm das artérias coronárias foram analisados por USIV. Todos os outros segmentos coronarianos com estenose >30% também foram analisados. RESULTADOS: A angiografia detectou 29 lesões >30% em 15 pacientes (75%. Onze (55% das lesões eram >50% e 10 (50% >70%. Treze pacientes tiveram as 3 principais artérias avaliadas pelo USIV. A aterosclerose estava presente em todos os pacientes e em todos os 51 segmentos proximais de 18 mm analisados. Esses segmentos significam que a medida do diâmetro dos vasos apresentava-se significantemente maior no USIV do que na ACQ, em todos os vasos. As imagens do ISIV de 25 (86,2% das 29 lesões >30% foram obtidas. Placas fibróticas eram comuns (48% e 60% apresentavam remodelamento intermediário de vasos. CONCLUSÃO: A DAC estava presente em todos os vasos de todos os pacientes com diabete tipo 1 submetidos a hemodiálise. Esses achados estão de acordo com outros estudos de autópsia, angiografia e USIV. Além disso, eles indicam a necessidade de estudos adicionais epidemiológicos e de imagem, para um melhor entendimento e tratamento de uma condição clínica complexa e grave que afeta jovens indivíduos.FUNDAMENTO: La aterosclerosis ocurre más temprano en pacientes con diabetes mellitus tipo 1 (DM-1 y la enfermedad arterial coronaria (EAC constituye la más importante causa de muerte

  5. Angiotomografia coronariana multislice na avaliação da origem anômala das artérias coronarianas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Rocha Rabelo

    2012-03-01

    Full Text Available Fundamento: A origem anômala das artérias coronarianas é uma entidade relativamente rara, podendo se apresentar de várias formas clínicas e evoluir de forma adversa. A angiotomografia multislice das artérias coronarianas vem ganhando espaço na prática clínica diária, representando importante método propedêutico, com grande potencial na avaliação anatômica dessas artérias. Objetivo: O objetivo deste estudo é descrever os achados angiotomográficos e a evolução de pacientes com origem anômala das artérias coronarianas. Métodos: Durante o período de janeiro de 2008 a março de 2011, foram avaliados consecutivamente 404 pacientes encaminhados para realização de angiotomografia das coronárias por diversos motivos, com tempo médio de seguimento de 21 meses. Resultados: Nove pacientes (2,2% apresentaram origem anômala das artérias coronárias, sendo quatro com origem anômala da artéria circunflexa (Cx em Coronária Direita (CD, dois com origem anômala da CD (um com origem de CD em Cx, e um com origem de CD em seio coronariano esquerdo, um paciente com tronco coronariano único (descendente anterior e Cx saindo do seio coronariano esquerdo, um com trajeto anômalo do tronco da coronária esquerda entre aorta e artéria pulmonar e um paciente apresentando tronco coronariano esquerdo originando-se do seio coronariano direito. Dos pacientes avaliados, um paciente recebeu um cardiodesfibrilador implantável; um paciente evoluiu com morte súbita durante internação hospitalar; e os outros não tiveram intercorrências. Conclusão: A angiotomografia multislice das coronárias representa método propedêutico minimamente invasivo que possibilita detectar a origem, o curso e terminação das anomalias de origem das artérias coronarianas com excelente acurácia, possibilitando o correto diagnóstico e auxiliando no planejamento terapêutico.

  6. Apendicitis Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Fallas González

    2012-03-01

    Full Text Available La apendicitis aguda, descrita desde 1886, es la emergencia quirúrgica más común. Tiene su mayor incidencia durante la adultez joven y su menor incidencia en niños y adultos mayores. Su diagnóstico se basa en una historia clínica completa, un examen físico bien orientado y en una adecuada interpretación de los exámenes de laboratorio y gabinete. A pesar de ser una entidad de resolución quirúrgica, su tratamiento engloba diferentes aspectos médicosAcute appendicitis, described since 1886, is the most common surgical emergency. It has its highest incidence during early adulthood, and its lowest incidence in infants and elders. The base of the diagnosis is a complete medical history, an oriented physical exam and an appropriate interpretation of the laboratory and complementary exams. Even though its resolution is a surgical procedure, its treatment involves different medical aspects

  7. Uso de iodóforo tópico em feridas agudas Uso del yodo tópico y/o compuestos en heridas agudas Use of topic iodine in acute wounds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcicléa dos Santos Oliveira

    2008-03-01

    Full Text Available Esta pesquisa objetivou realizar revisão sistemática da literatura relacionada ao uso de iodóforos tópicos no tratamento de feridas agudas. Os ensaios clínicos foram localizados por meio da Base de Dados Cochrane, utilizando-se os seguintes descritores: iodine, acute wound, treatment, healing, infection, surgery, surgical. Vinte (52,6%, dentre 38 artigos, enquadraramse nos critérios de inclusão, sendo analisados quanto às características dos periódicos e dos estudos e classificados em: iodóforo versus outros agentes tópicos (4/ 20%; iodóforo versus coberturas (1/ 5%; iodóforo versus soro fisiológico (5/ 25%; iodóforo versus sem iodóforo (8/ 40% e iodóforos em diferentes concentrações (2/ 10%. Resultados favoráveis para os iodóforos ocorreram em 45% dos artigos. Quanto às tendências dos resultados, três dentre cinco artigos mostraram-se favoráveis para a cicatrização de feridas e prevenção de infecção e nove dentre 15 artigos foram desfavoráveis ao uso de iodóforos tópicos quando somente a prevenção de infecção foi investigada.En esta investigación se tuvo como objetivo realizar una revisión sistemática de la literatura respecto a la utilización del yodo tópico y/o compuestos en el tratamiento de las heridas agudas. Los ensayos clínicos fueron localizados por medio de la Base de Datos Cochrane, utilizándose los siguientes descriptores: iodine, acute wound, treatment, healing, infection, surgery, surgical. Veinte (52,6%, de 38 artículos, se encuadraron en los criterios de inclusión, siendo analizados en cuanto a las características de los periódicos y de los estudios y clasificados en: yodo versus otros agentes tópicos (4/ 20%; yodo versus apósitos (1/ 5%; yodo versus solución fisiológica (5/ 25%; yodo versus sin yodo (8/ 40% y yodo en diferentes concentraciones (2/ 10%. Resultados favorables para el yodo se obtuvieron en el 45% de los artículos. En cuanto a las tendencias de los resultados

  8. Hipercalcemia grave como forma de apresentação de leucemia linfoblástica aguda em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreia Luís Martins

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO A hipercalcemia é um distúrbio metabólico raro em pediatria, potencialmente fatal, apresentando um vasto diagnóstico diferencial, incluindo neoplasias. Relatamos aqui o caso de uma criança de 3 anos, previamente saudável, admitida no serviço de urgência por fadiga, hiporreatividade, febre e claudicação da marcha com 5 dias de evolução, de agravamento progressivo. À observação, apresentava-se inconsciente (escore de coma Glasgow: 8. Laboratorialmente, apresentava hipercalcemia grave (cálcio total 21,39mg/dL, ionizado 2,93mmol/L e anemia microcítica. Iniciou hiper-hidratação e foi transferido para a unidade de cuidados intensivos pediátricos. Instituiu-se hemodiafiltração venovenosa contínua com soluto livre de cálcio, ocorrendo a progressiva normalização da calcemia, com melhoria do estado de consciência. Administrou-se zolendronato. Excluíram-se causas metabólicas, infecciosas e intoxicação. O mielograma permitiu o diagnóstico de leucemia linfoblástica aguda. A hipercalcemia associada à malignidade em pediatria é rara, ocorrendo como forma de apresentação da neoplasia ou na recorrência desta. Em situações com risco de vida iminente, deve se considerar hemodiafiltração venovenosa contínua.

  9. Dominância coronariana em corações humanos em moldes por corrosão Coronary dominance patterns in the human heart investigated by corrosion casting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Décio Cavalet Soares Abuchaim

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Esse trabalho tem como objetivo analisar os padrões de dominância circulatória de corações humanos, o número de ramos que a artéria coronária direita fornece ao ventrículo esquerdo, o número de ramos que a artéria coronária esquerda fornece ao direito e a presença de anastomoses intercoronarianas, com sua localização e frequência. MÉTODOS: Foram produzidos 25 moldes de corações submetidos à instilação de acrílico colorido e posterior corrosão com ácido clorídrico, no Laboratório de Cirurgia Experimental da FURB. Peças com lesões e cicatrizes não foram usadas. RESULTADOS: Os corações pertenciam a indivíduos de ambos os sexos, sendo 17 (68% de indivíduos do sexo masculino, com idade média de 40,2 anos (15 a 70 anos. A dominância direita ocorreu em 18 (72% peças, com 1, 2, 3 e 4 ramos em 2, 14, 2 e 1 moldes, respectivamente; a dominância esquerda foi observada em 5 (20% casos, com 1 ramo em 4 moldes e 2 em 1 molde; e a dominância balanceada foi verificada em 2 (8% moldes. Houve diferença significativa entre a dominância direita e esquerda (α > 5%, direita e balanceada (α > 5% e sem significância entre esquerda e balanceada (α OBJECTIVES: The aim of this work was to analyze the dominance patterns of the circulation of the human heart, the number of branches from the right coronary artery to the left ventricle, the number of branches from the left coronary artery to the right ventricle and the frequency and location of intercoronary anastomoses. METHODS: Casts were made of 25 hearts by the injection of colored acrylic resin and subsequent corrosion using hydrochloric acid at the experimental surgery laboratory of Furb. Specimens with lesions or scars were discarded. RESULTS: The hearts, from both men (17 - 68% and women (8 - 32%, had a mean age of 40.2 (15 to 70 years-old. Right dominance occurred in 18 (72% subjects, with 1, 2, 3 and 4 branches leading to the left ventricle in 2, 14, 2 and 2

  10. Doenças periodontais em pacientes com doença isquêmica coronariana aterosclerótica, em Hospital Universitário Periodontal disease in patients with ischemic coronary atherosclerosis at a University Hospital

    OpenAIRE

    Ana Lúcia Azevedo Barilli; Afonso Dinis Costa Passos; José Antônio Marin-Neto; Laércio Joel Franco

    2006-01-01

    OBJETIVO: Verificar a freqüência das doenças periodontais (DP) em pacientes com cardiopatia isquêmica. As DP representam grave problema de saúde pública odontológica, com distribuições diferenciadas quanto a gravidade, faixa etária, tipo de infecção, comorbidades e fatores de risco. MÉTODOS: Foram examinados 480 pacientes no Ambulatório de Cardiopatia Isquêmica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, e 154 pacientes sem cardiopatia na ...

  11. Estudo da ação inflamatória aguda do tiopental intraperitoneal em ratos Acute inflammatory action of tiopental intraperitoneal in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.B. Carregaro

    2005-04-01

    Full Text Available Determinou-se a ação inflamatória aguda do tiopental intraperitoneal (IP utilizando-se 72 ratos, divididos em grupo-tratado (40mg/kg de tiopental a 2,5% IP e grupo-controle (0,25ml de solução fisiológica IP. Para determinar o processo inflamatório, colheu-se o lavado peritoneal às 2, 6, 12, 24 e 48h após a inoculação. Os animais foram anestesiados com isoflurano e submetidos à eutanásia por secção dos vasos cervicais. Administraram-se 5ml de solução fisiológica heparinizada por via IP e, após homogeneização, divulsionou-se o peritôneo e colheu-se a amostra. Determinaram-se a dosagem de proteínas plasmáticas (PP, a contagem global (CGL e a diferencial (CDL de leucócitos. Não foi observada diferença na PP entre os grupos em nenhum momento exceto às 2h. Entre os momentos, a dosagem foi superior às 6 e 12h nos dois grupos. Não houve diferença entre os grupos para a CGL. Entre os momentos, a CGL diferiu dos demais às 6h em ambos os grupos. Verificou-se o mesmo perfil para a CDL entre os grupos exceto para os eosinófilos às 6h. Entre os momentos, os valores foram diferentes em relação aos neutrófilos em ambos os grupos, às 6 e 12h. Observou-se reação inflamatória aguda no processo provavelmente desencadeada pela ação mecânica da injeção. A eosinofilia observada no grupo-tratado após 6h sugere uma certa ação irritante do tiopental.The acute inflammatory action of thiopental intraperitoneal (IP in rats was studied. Seventy two animals were divided in treated (40mg/kg of thiopental, 2.5% IP and control (0.25ml of saline solution IP rats. In order to evaluate the inflammatory process, peritoneal fluid was taken at 2h, 6h, 12h, 24h e 48h after drug administration. The animals were anesthetized with isoflurane and submitted to euthanasia through cervical vessels section. Five millilitres of heparinized saline solution were injected IP, homogenized by abdomen massage and then withdrawn. Plasma protein (PP

  12. Distonia aguda relacionada ao uso de bromoprida em pacientes pediátricos Acute dystonia after use of bromopride in pediatric patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Roseli Barreira

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever dois casos de distonia aguda após uso de bromoprida em crianças e realizar revisão da literatura em relação aos mecanismos fisiopatológicos de indução de liberação extrapiramidal, sua sintomatologia e tratamento. DESCRIÇÃO DO CASO: Caso 1: adolescente de 13 anos com quadro de dor e hipertonia cervical associados a febre, náuseas e vômitos, com hipótese inicial de meningite. A investigação subsequente revelou que o quadro iniciou-se após ingestão de uma única dose de bromoprida. O paciente apresentou boa resposta ao tratamento com difenidramina, sem necessidade de coleta de líquor. Caso 2: Lactente de seis meses que desenvolveu sintomas graves de liberação extrapiramidal relacionados à superdosagem de bromoprida, com reversão rápida dos sintomas após administração de biperideno. COMETÁRIOS: Este é o primeiro relato de distonia aguda após uso de bromoprida em crianças. Embora muito utilizada no Brasil como agente pró-cinético e antiemético, nenhum estudo clínico até o momento demonstrou melhor perfil de segurança da bromoprida em relação aos demais antieméticos antagonistas da dopamina. Até que tais estudos sejam realizados, sugere-se cautela na prescrição de bromoprida. Medidas não-farmacológicas devem ser recomendadas no tratamento de vômitos e da doença do refluxo gastresofágico. Quando o tratamento farmacológico for indispensável, deve-se dar preferência a drogas com perfil de segurança mais bem estabelecido.OBJECTIVE: To report the case of two patients with acute dystonia induced by bromopride in children, followed by a review of the mechanisms of induction of movement disorders by antidopaminergic anti-emetic drugs, its clinical symptoms and treatment. CASE DESCRIPTION: Case 1: a 13 years old teenager who developed acute hypertonia and neck pain associated to fever and vomiting, suggestive of meningitis. Further investigation revealed that symptoms were associated with

  13. Estado nutricional como fator prognóstico em crianças portadoras de Leucemia Linfocítica Aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borim Leila N. B.

    2000-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de conhecer a frequência de desnutrição proteico-calórica ao diagnóstico e avaliar a sua importância na evolução clínica de crianças portadoras de Leucemia Linfocítica Aguda, com idades inferiores a quinze anos, estudamos trinta e oito crianças com Leucemia Linfocítica Aguda e sem tratamento prévio, atendidas no Hospital de Base de São José do Rio Preto-SP, no período de Setembro/89 a Dezembro/97. Entre as crianças, 63,2% eram do sexo masculino e 36,8% do sexo feminino (1,7:1,0, a faixa etária predominante foi de cinco a nove anos (44,8%, seguida daquela entre um e quatro anos (36,8%, superscript three 10 anos (10,5% e menores de um ano (7,9%. Ao diagnóstico, 52,7% eram eutróficos e 47,3% desnutridos (escore Z. Os índices nutricionais avaliados foram peso/estatura, estatura/idade e peso/idade e 21%, 34,2% e 31,5% deles, respectivamente, estavam abaixo da normalidade. Foi observada uma alta frequência de desnutrição ao diagnóstico. Porém, na avaliação do estado nutricional, entre os pacientes vivos e não-vivos, a presença de desnutrição não foi estatisticamente significativa. Este estudo reforçou a evidência da necessidade de estabelecer uma rotina de avaliação nutricional ao diagnóstico, bem como, a presença de um profissional especializado em nutrição, numa unidade de oncologia pediátrica.

  14. Traqueostomia precoce versus traqueostomia tardia em pacientes com lesão cerebral aguda grave Early versus late tracheostomy in patients with acute severe brain injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno do Valle Pinheiro

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os efeitos da traqueostomia precoce e da traqueostomia tardia em pacientes com lesão cerebral aguda grave. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com 28 pacientes admitidos na UTI do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora com diagnóstico de lesão cerebral aguda grave e apresentando escore na escala de coma de Glasgow (ECG OBJECTIVE: To compare the effects of early tracheostomy and of late tracheostomy in patients with acute severe brain injury. METHODS: A retrospective study involving 28 patients admitted to the ICU of the Federal University of Juiz de Fora University Hospital in Juiz de Fora, Brazil, diagnosed with acute severe brain injury and presenting with a Glasgow coma scale (GCS score < 8 within the first 48 h of hospitalization. The patients were divided into two groups: early tracheostomy (ET, performed within the first 8 days after admission; and late tracheostomy (LT, performed after postadmission day 8. At admission, we collected demographic data and determined the following scores: Acute Physiology and Chronic Health Evaluation (APACHE II, GCS and Sequential Organ Failure Assessment (SOFA. RESULTS: There were no significant differences between the groups (ET vs. LT regarding the demographic data or the scores: APACHE II (26 ± 6 vs. 28 ± 8; p = 0.37, SOFA (6.3 ± 2.7 vs. 7.2 ± 3.0; p = 0.43 and GCS (5.4 ± 1.7 vs. 5.5 ± 1.7; p = 0.87. The 28-day mortality rate was lower in the ET group (9% vs. 47%; p = 0.04. Nosocomial pneumonia occurring within the first 7 days was less common in the ET group, although the difference was not significant (0% vs. 23%; p = 0.13. There were no differences regarding the occurrence of late pneumonia or in the duration of mechanical ventilation between the groups. CONCLUSIONS: On the basis of these findings, early tracheostomy should be considered in patients with acute severe brain injury.

  15. Fatores de risco para aterosclerose em crianças e adolescentes com história familiar de doença arterial coronariana prematura Risk factors for atherosclerosis in children and adolescents with family history of premature coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ceres C. Romaldini

    2004-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Analisar a prevalência de dislipidemia em 109 crianças e adolescentes com história familiar de doença arterial coronariana prematura e a associação com outros fatores de risco para aterosclerose. MÉTODOS: Foram determinados valores séricos de colesterol total, de lipoproteínas de baixa densidade (LDL-C, alta densidade (HDL-C, triglicérides, índice de massa corpórea e pressão arterial. Foram também avaliados: prática de atividade física, tabagismo, renda familiar e escolaridade da mãe. RESULTADOS: Do total, 27,5 e 19,3% apresentaram, respectivamente, valores de colesterol total e LDL-C acima do normal, 13,8% valores de HDL-C diminuídos e 13,0% trigliceridemia elevada. Excesso de peso (obesidade e sobrepeso foi detectado em 25,7% dos casos; destes, 57,1% apresentavam valores anormais de lipídios. A prevalência de dislipidemia, isolada ou concomitante com outros fatores de risco, foi de 38,5%. Hábito de fumar ocorreu em 3,6% dos casos, hipertensão arterial em 2,7%, e 72,5% não praticavam atividade física. Não houve associação entre as variáveis renda familiar, escolaridade da mãe e prática de atividade física e dislipidemia. Entretanto, observou-se associação significativa entre dislipidemia e excesso de peso (p = 0,02; odds ratio = 2,82; IC 95% = 1,16-6,81. CONCLUSÃO: Fatores de risco para aterosclerose em crianças e adolescentes com história familiar de doença arterial coronariana prematura devem ser identificados o mais cedo possível para que sejam adotados programas preventivos de saúde.OBJECTIVES: To identify the prevalence of dyslipidemia in a group of 109 children and adolescents with a family history of premature coronary artery disease and to investigate the association between dyslipidemia and other risk factors for atherosclerosis. METHODS: Total cholesterol, low density lipoprotein cholesterol (LDL-C, high density lipoprotein cholesterol (HDL-C, triglycerides, body mass index, blood

  16. Injúria renal aguda em unidade de terapia intensiva: estudo prospectivo sobre a incidência, fatores de risco e mortalidade Acute kidney injury in intensive care unit patients: a prospective study on incidence, risk factors and

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Ponce

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar características clínicas e evolução de pacientes com e sem injúria renal aguda adquirida em unidade de terapia intensiva geral de um hospital universitário terciário e identificar fatores de risco associados ao desenvolvimento de injúria renal aguda e à mortalidade. MÉTODOS: Estudo prospectivo observacional com 564 pacientes acompanhados diariamente durante a internação em unidade de terapia intensiva geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu por 2 anos consecutivos (de maio de 2008 a maio de 2010, divididos em 2 grupos: com injúria renal aguda adquirida (G1 e sem injúria renal aguda adquirida (G2. RESULTADOS: A incidência de injúria renal aguda foi 25,5%. Os grupos diferiram quanto à etiologia da admissão em unidade de terapia intensiva (sepse: G1:41,6% x G2:24,1%, p55 anos, APACHE II>16, creatinina (cr basal>1,2 e uso de anti-inflamatórios não hormonais (OR=1,36 IC:1,22-1,85, OR=1,2 IC:1,11-1,33, OR=5,2 IC:2,3-11,6 e OR=2,15 IC:1,1-4,2, respectivamente e a injúria renal aguda esteve independentemente associada ao maior tempo de internação e à mortalidade (OR=1,18 IC:1,05-1,26 e OR=1,24 IC:1,09-1,99 respectivamente. À análise da curva de sobrevida, após 30 dias de internação, a mortalidade foi de 83,3% no G1 e 45,2% no G2 (p55 anos, APACHE II>16, Cr basal >1,2 e uso de anti-inflamatórios não hormonais e a injúria renal aguda é fator de risco independente para o maior tempo de permanência em unidade de terapia intensiva e mortalidade.OBJECTIVE:To compare the clinical features and outcomes of patients with and without acute kidney injury in an intensive care unit of a tertiary university hospital and to identify acute kidney injury and mortality risk factors. METHODS: This was a prospective observational study of a cohort including 564 patients followed during their stay in the intensive care unit of Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (Botucatu

  17. Doenças periodontais em pacientes com doença isquêmica coronariana aterosclerótica, em Hospital Universitário Periodontal disease in patients with ischemic coronary atherosclerosis at a University Hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Azevedo Barilli

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a freqüência das doenças periodontais (DP em pacientes com cardiopatia isquêmica. As DP representam grave problema de saúde pública odontológica, com distribuições diferenciadas quanto a gravidade, faixa etária, tipo de infecção, comorbidades e fatores de risco. MÉTODOS: Foram examinados 480 pacientes no Ambulatório de Cardiopatia Isquêmica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, e 154 pacientes sem cardiopatia na mesma instituição. Preencheram os critérios de inclusão para a investigação periodontal, respectivamente, 58 e 62 pacientes, de trinta a 79 anos. Foram utilizados o Índice Periodontal Comunitário (IPC e o Índice de Perda de Inserção Periodontal (PIP, recomendados pela OMS (1999. RESULTADOS: Houve predomínio de sextantes com DP moderada e grave nos pacientes com cardiopatia (76,3% versus 20,2%; p 6 mm, 79,3% dos pacientes com cardiopatia contra 9,7% dos sem cardiopatia (p OBJECTIVE: To verify the prevalence of periodontal disease (PD in patients with ischemic heart disease. PD is a serious public dental health care problem with a differentiated distribution in regards to severity, age group, type of infection, co-morbidities and risk factors. METHODS: Four hundred and eighty patients were examined at the Ischemic Cardiopathy Outpatient Clinic of the Hospital das Clínicas of the Ribeirão Preto Medical School, São Paulo University, as well as 154 patients without heart disease from the same institution. Fifty-eight patients with heart disease and 62 patients without heart disease between the ages of 30 and 79 met the criteria to be included in the investigation. In accordance with recommendations of WHO (1999 the Community Periodontal Index (CPI and the Periodontal Attachment Loss Index (PALI were used. RESULTS: Patients with heart disease had a prevalence of sextants with moderate to advanced PD (76.3% versus 20.2%; p 6 mm was

  18. Fatores de risco para doença arterial coronariana em pacientes admitidos em unidade de hemodinâmica Factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en pacientes de una unidad de hemodinamia Risk factors for coronary artery disease in patients admitted in hemodynamics unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Karolina Echer Ferreira Feijó

    2009-12-01

    Full Text Available O estudo transversal objetivou identificar os fatores de risco (FR para doença arterial coronariana (DAC em pacientes submetidos a procedimentos cardíacos em unidade de hemodinâmica. Incluíram-se 302 pacientes com idade de 62±11 anos, predominantemente brancos 270 (89% e do sexo masculino 172 (57%. O FR de maior prevalência foi o sedentarismo 227 (75%, seguido de hipertensão 220 (73%, dislipidemia 150 (50,5%, obesidade 87 (29%, diabetes mellitus 81 (27%, tabagismo 77 (25,5%, consumo de álcool 67 (22% e alimentação pobre em frutas e verduras 15 (5%. A correlação entre o número de FR e as variáveis - escolaridade, renda, idade, estado civil, atividade profissional e sexo -, além do número de procedimentos a que foram submetidos, comparado àqueles que apresentavam número superior a cinco FR para DAC, não foi significativa; no entanto, existe uma associação positiva, reforçando a importância de estratégias que visem à diminuição ou eliminação dos FR modificáveis.Estudio transversal cuyo objetivo fue evaluar la prevalencia de factores de riesgo (FR para enfermedad arterial coronaria (EAC en pacientes sometidos a procedimientos cardíacos en una unidad de hemodinamia. Se incluyeron 302 pacientes de 62±11 años, predominantemente blancos (270, 89% y de sexo masculino (172, 57%. El FR más prevalente fue sedentarismo (227, 75%, seguido de hipertensión (220, 73%, dislipidemia (150, 50.5%, obesidad (87, 29%, diabetes mellitus (81, 27%, tabaquismo (77, 25.5%, consumo de alcohol (67, 22% y alimentación pobre en frutas y verduras (15, 5%. La correlación entre el número de FR y las variables analizadas (escolaridad, salario mínimo, edad, estado civil, actividad profesional y sexo, además del número de procedimientos a los que fueron sometidos comparados con aquellos que presentaban más que cinco FR para EAC, no fue significativo; sin embargo, existe una asociación positiva, reforzando la importancia de estrategias que

  19. Efeito da suplementação aguda com cafeína na resposta bioquímica durante exercício de endurance em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Francielle França

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:A cafeína é atualmente a substância mais consumida no mundo, e associada ao exercício físico, vem trazendo importantes ganhos no desempenho.Objetivo:Investigar efeitos bioquímicos da suple-mentação aguda de cafeína após um exercício de endurance em ratos Wistar.Métodos:Foram utilizados 27 ratos Wistar machos, pesando 357 ± 73 g, distribuídos de forma aleatória em três grupos: 1 Controle (sem suplementação e exercício; 2 Salina (salina + exercício; 3 Cafeína (6 mg/Kg de cafeína + exercício. As suple-mentações foram administradas com antecedência de 50 minutos da natação com duração de 60 minutos. Logo após a natação, os animais foram sacrificados para coleta de sangue e biópsia de tecido hepático e muscular. Foram analisados os níveis de glicose sanguínea, triglicerídeos, lactato sérico e concentrações de glicogênio hepático e muscular. Todos os resultados foram representados como média ± EPM. Para a análise estatística foi usado o teste ANOVA one way, sendo considerada diferença estatística somente para P<0,05.Resultados:O glicogênio muscular e o lactato não diferiram entre os grupos. A cafeína preservou os níveis de glicose sanguínea e glicogênio hepático (P<0,05. A cafeína elevou os níveis de glicerol plasmático em 31,2% (P<0,05 quando comparado ao grupo exercitado sem suplementação.Conclusão:O estudo reporta que o uso da cafeína pré-exercício promove alterações bioquímicas que podem melhorar a eficiência metabólica durante o exercício de endurance.

  20. Acute toxicity of Psilocybe cubensis (Ear. Sing., Strophariaceae, aqueous extract in mice Toxicidade aguda do extrato aquoso de Psilocybe cubensis em camundongos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Berti Kirsten

    2010-07-01

    Full Text Available Psilocybe cubensis (Ear. Sing., Strophariaceae, is a hallucinogen mushroom that has been used since the old times by humans, causing several psychotic effects. P. cubensis contains two tryptamine derivates: psilocybin and psilocin, agonists of the 5-HT2 receptor (serotonin. The main objective of this study was to investigate the acute toxicity effects of P. cubensis aqueous extract (PCAE administration in mice. Male and female adult Swiss mice received PCAE 0.1 mL/10 g i.p., and were observed individually, directly in a glass box and in an open-field. In relation to the data of the control group, PCAE-treated animals presented: an increased gnawing, appearance of wet-dog shakes and a decreased locomotion and rearing frequencies after 29-38 min. Also a clear gender difference was detected, being female mice more sensible to the PCAE than males. It was suggested that PCAE administration produced specific effects on mice behaviors, characteristic of drugs which interfere on central serotonergic and dopaminergic systems. Finally, the observational methods here employed were efficient to evaluate the toxic effects of the extract.O Psilocybe cubensis (Ear. Sing., Strophariaceae, é um cogumelo alucinógeno usado pelos humanos desde a antiguidade, causando diversos efeitos psicóticos. Ele contém dois derivados triptamínicos: psilocibina e psilocina, agonistas do receptor 5-HT2 (serotonina. O objetivo deste trabalho foi investigar os efeitos da administração do extrato aquoso do P. cubensis (EAPC na toxicidade aguda de camundongos. Camundongos Swiss adultos machos e fêmeas receberam o EAPC e foram observados individualmente, diretamente em uma caixa de vidro e em um campo aberto. Com relação ao grupo controle, animais tratados com EAPC apresentaram: aumento de roer, tremores, decréscimo da locomoção e do levantar após 29-38 min e nenhuma alteração na auto-limpeza. Além disso, foram observadas diferenças quanto ao gênero, sendo

  1. O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica The challenge of diagnosing acute pulmonary thromboembolism in patients with chronic obstructive pulmonary disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio Saldanha Menna-Barreto

    2005-12-01

    Full Text Available Tromboembolia pulmonar aguda e exacerbação aguda de doença pulmonar obstrutiva crônica são doenças comuns. A doença pulmonar obstrutiva crônica é um fator clínico de risco para tromboembolia pulmonar aguda. As apresentações clínicas da tromboembolia pulmonar aguda e da exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica freqüentemente mimetizam-se tanto que pode ser difícil distingui-las. Anormalidades estruturais nos pulmões com doença pulmonar obstrutiva crônica tornam também difícil a interpretação de testes não invasivos de diagnóstico, como o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares. Assim, diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica é uma tarefa desafiadora. Com o objetivo de atualizar o assunto e oferecer sugestões de conduta, nós avaliamos artigos abordando este tema, incluindo relatos e séries de casos, abordagens diagnósticas de tromboembolia pulmonar aguda e fizemos algumas reflexões. A probabilidade clínica de tromboembolia pulmonar aguda em cenários de doença pulmonar obstrutiva crônica é usualmente intermediária, o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares é predominantemente de probabilidade intermediária e os algoritmos de conduta os deveriam assim considerar.Pulmonary thromboembolism and exacerbation of chronic obstructive pulmonary disease are common conditions. Chronic obstructive pulmonary disease is a clinical risk factor for pulmonary thromboembolism. The presentation of acute pulmonary thromboembolism and acute exacerbation of chronic obstructive pulmonary disease often mimic each other so closely that they cannot be distinguished clinically. The structural abnormalities of the lungs in chronic obstructive pulmonary disease make also difficult to interpret the results of noninvasive tests like ventilation-perfusion lung scans. Therefore, diagnosing acute pulmonary thromboembolism in patients with underlying

  2. Intoxicação aguda por triclorfon em caprinos tratados com a dose terapêutica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welber Daniel Zanetti Lopes

    2014-02-01

    Full Text Available O presente estudo descreve um surto de intoxicação por triclorfon em caprinos, que receberam pela via oral, a dosagem terapêutica do princípio ativo em questão (100mg/kg, provenientes da Universidade Estadual de Maringá, campus de Umuarama, PR. Cinquenta e três ovinos foram tratados com a mesma formulação/solução e não se observou nenhum efeito colateral nos animais referente ao tratamento com triclorfon. Das 20 cabras medicadas, cerca de 40 minutos após a administração do triclorfon, oito apresentaram os clássicos sinais clínicos de ataxia, decúbito externo-lateral, sialorreia, tremores, constrição das pupilas, dispneia com ruídos, micção e defecação involuntária, paresia espástica, timpanismo e lacrimejamento. Quase que imediatamente após a detecção destes sinais, as oito cabras foram medicadas com sulfato de atropina 1% 0,5mg/kg mais fluidoterapia. Cinco destes animais tiveram de receber nova dosagem de sulfato de atropina uma hora após a primeira aplicação, em função de alguns sinais clínicos, como tremores musculares, ainda estarem presentes. De 48 a 72 horas após a administração do triclorfon, três destes cinco animais vieram a óbito. Na necropsia, foi possível observar mucosas cianóticas, congestão de fígado, baço e rins, vasos mesentéricos congestos, vesícula biliar repleta, enfisema pulmonar, parênquima pulmonar avermelhado. Os resultados encontrados neste trabalho chamam atenção que o surto aconteceu em cabras adultas, que apresentavam boas condições clínicas e acima de tudo, receberam a dosagem terapêutica recomendada em bula pelo fabricante. Talvez isso possa indicar alguma sensibilidade mais elevada desta espécie animal à dosagem recomendada em bula do triclorfon (100mg/kg para caprinos.

  3. Treinamento muscular inspiratório em crianças com leucemia aguda: resultados preliminares Inspiratory muscle training in patients with acute leukemia: preliminary results

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita Medeiros F. de Macedo

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito do treinamento muscular inspiratório em crianças com leucemia aguda. MÉTODOS: Trata-se de um estudo quase experimental com grupo controle. Quatorze pacientes com diagnóstico de leucemia aguda e idade entre cinco e 14 anos foram submetidos à avaliação da mobilidade torácica e da força muscular respiratória e divididos em dois grupos (A e B. Os pacientes do grupo A realizaram treinamento muscular inspiratório domiciliar por 15 minutos, duas vezes por dia, durante dez semanas, através do aparelho Threshold®, com carga de 30% da pressão inspiratória máxima, reajustada após reavaliações semanais. O grupo B (controle realizou uma avaliação das pressões respiratórias máximas inicialmente e após dez semanas. Os dados foram analisados com o SPSS 15.0. Aplicou-se o teste t para analisar as diferenças entre as pressões inspiratória máxima e expiratória máxima entre os dois grupos e o teste de correlação de Pearson para analisar associações das medidas de pressão inspiratória e pressão expiratória com as diferentes cargas utilizadas. RESULTADOS: Constatou-se ganho significativo de 35% nas pressões inspiratória máxima e expiratória máxima no grupo A ao término do treinamento. Houve correlação positiva entre os níveis de carga utilizada e a pressão inspiratória máxima (pOBJECTIVE: To evaluate the effect of inspiratory muscle training in children with acute leukemia. METHODS: This is a quasi-experimental study with a control group. Fourteen patients with 5-14 years old and a diagnosis of acute leukemia were evaluated regarding their thoracic mobility and respiratory muscle strength. They were divided in two groups (A and B. Group A received domiciliary inspiratory muscle training during 15 minutes, twice a day, for ten weeks, with a Threshold® device using a load of 30% of the maximal inspiratory pressure, readjusted after weekly evaluations. Group B patients were tested regarding

  4. Atividade antimicrobiana in vitro de produtos vegetais em otite externa aguda In vitro antimicrobial activity of plants in Acute Otitis Externa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaina Cândida Rodrigues Nogueira

    2008-02-01

    Full Text Available Otite externa aguda é a inflamação do conduto auditivo externo, e plantas medicinais podem ser utilizadas, na cultura popular, para seu tratamento. OBJETIVO: Avaliar atividade antimicrobiana in vitro de Aleolanthus suaveolens, Caryophyllus aromaticus, Cymbopogon citratus, Matricaria chamomila, Pithecellobium avaremotemo, Plectranthus amboinicus e Ruta graveolens sobre agentes etiológicos de otite externa. CASUÍSTICA E MÉTODOS: A concentração inibitória mínima de extratos e óleos destas plantas foi obtida em amostras de otite externa. RESULTADOS: Staphylococcus aureus em 10 culturas, Pseudomonas aeruginosa em 8, Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus, em associação, em 5 culturas e Candida albicans e Candida krusei em 4 culturas. P. aeruginosa foi resistente a todos os extratos e óleos essenciais testados; os extratos de A. suaveolens, P. avaremotemo e de R. graveolens foram inativos, o óleo essencial de C. aromaticus e M. chamomila foram ativos contra 3 cepas de S. aureus e as cepas de Candida; Sete das cepas de S. aureus foram sensíveis ao extrato de P. amboinicus, mas o óleo não mostrou atividade, 4 cepas de S.aureus e as cepas de Candida foram sensíveis ao óleo essencial de R. graveolens. CONCLUSÃO: Algumas plantas apresentaram resultados satisfatórios, dependendo do agente etiológico, porém se faz necessário estudos mais detalhados, para melhorar o aproveitamento destas plantas.Acute Otitis Externa is an inflammation of the outer auditory meatus, and according to popular saying, medicinal plant extracts can be used in its treatment. AIM: to assess the in vitro antimicrobial activity of the following plants: Aleolanthus suaveolens; Caryophyllus aromaticus; Cymbopogon citratus; Matricaria chamomila; Pithecellobium avaremotemo; Plectranthus amboinicus and Ruta graveolens on the germs that cause otitis externa. MATERIALS AND METHODS: the minimum inhibitory concentration of extracts and oils from these plants was

  5. Intoxicação aguda por metano arsonato ácido monossódico em bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela N. Dantas

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho estudou a intoxicação acidental por arsênico em um lote de 24 vacas Girolando, as quais tiveram acesso a pasto pulverizado com herbicida à base de metano arsonato ácido monossódico (MSMA. Os bovinos apresentaram apatia, anorexia e diarreia profusa. Foram necropsiados na fazenda dois animais de 14 que morreram. Os principais achados macroscópicos foram úlceras abomasais e congestão renal. No exame microscópico, as principais lesões observadas foram abomasite e omasite necro-hemorrágica multifocal acentuada e, nos rins, necrose tubular difusa. As concentrações médias de arsênico em vacas com sinais clínicos foram 1,19±0,40, 10,52±2,16 e 76,06±48,37ppm no sangue, leite e fezes, respectivamente. Os níveis de arsênico encontrados em dois animais necropsiados foram 25,58 e 23,85ppm em fígado, e 28,71 e 35,94ppm em rins, respectivamente. No feto de uma vaca necropsiada, os níveis de arsênico mensurados no fígado e rim foram 9,0 e 8,92ppm, respectivamente. A concentração de arsênico no capim do piquete pulverizado foi 111,58ppm. No Brasil, o uso MSMA na composição de pesticidas e herbicidas é permitido somente para uso agrícola, mas não pecuário. A utilização desse ou de outros produtos à base de arsênico na pecuária pode causar altos índices de mortalidade no rebanho, além de diminuição da produção e contaminação de produtos de origem animal.

  6. Bussulfano e melfalano como regime de condicionamento para o transplante autogênico de células-tronco hematopoéticas na leucemia mielóide aguda em primeira remissão completa

    OpenAIRE

    Nadjanara D. Bueno; Frederico L. Dulley; Saboya,Rosaura; Amigo Filho,José U.; Piron-Ruiz,Lílian; Sturaro, Daniel; Chamone,Dalton A. F.

    2008-01-01

    Vinte e dois pacientes consecutivos portadores de leucemia mielóide aguda (LMA) em primeira remissão completa (1ªRC) submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas autogênico (TCTH Auto) condicionados com bussulfano e melfalano (Bu/Mel) foram selecionados entre 1993 e 2006. A probabilidade de sobrevida global (SG) pelo método de Kaplan-Meier foi de 57,5% após 36 meses, com "plateau" aos 20 meses após o transplante. Fatores como sexo, classificação Franco-Americana-Britânica (FAB) d...

  7. Insuficiência respiratória aguda causada por pneumonia em organização secundária à terapia antineoplásica para linfoma não Hodgkin

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriell Ramalho Santana

    2012-12-01

    Full Text Available Doenças difusas do parênquima pulmonar pertencem a um grupo de doenças de evolução geralmente subaguda ou crônica, mas que podem determinar insuficiência respiratória aguda. Paciente masculino, 37 anos, em terapia para linfoma não Hodgkin, admitido com tosse seca, febre, dispneia e insuficiência respiratória aguda hipoxêmica. Iniciadas ventilação mecânica e antibioticoterapia, porém houve evolução desfavorável. Tomografia computadorizada de tórax mostrava opacidades pulmonares em "vidro fosco" bilaterais. Devido ao paciente ter feito uso de três drogas relacionadas à pneumonia em organização (ciclofosfamida, doxorrubicina e rituximabe e quadros clínico e radiológico serem sugestivos, iniciou-se pulsoterapia com metilprednisolona com boa resposta. Pneumonia em organização pode ser idiopática ou associada a colagenoses, drogas e neoplasias, e geralmente responde bem a corticoterapia. O diagnóstico é anatomopatológico, mas condições clínicas do paciente não permitiam a realização de biópsia pulmonar. Pneumonia em organização deve ser diagnóstico diferencial em pacientes com aparente pneumonia de evolução desfavorável ao tratamento antimicrobiano.

  8. Participação do Mycoplasma pneumoniae na etiologia de infecções respiratórias agudas em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcyone A. Machado

    1991-03-01

    Full Text Available Para avaliar a participação etiológica do Mycoplasma pneumoniae em infecções respiratórias agudas, o isolamento dessa bactéria foi tentado em secreções do aparelho respiratório de 64 pacientes (média 24 anos com quadro respiratório aguda Foi realizada, também, a pesquisa de anticorpos específicos anti-M. pneumoniae através da reação de fixação do complemento (FC e da reação de contra-imunoeletroforese (CIE. O M. pneumoniae não foi isolado. O diagnóstico presuntivo de infecção pelo M. pneumoniae foi feito pela FC em 3,1% (2/64 e pela CIE em 1,6% (1/64 dos pacientes. Paralelamente, em 200 indivíduos sadios, os mesmos testes sorológicos foram realizados, sendo o índice de positividade de 4% (8/200 pela CIE e de 1% (2/200 pela FC. Apesar das aiscrepâncias observadas entre os dois métodos sorológicos, a FC parece ser indicada para diagnóstico da infecção, sendo a CIE recomendada nas avaliações soroepidemiológicas. Com base nos dados do nosso estudo, a prevalência das infecções respiratórias pelo M. pneumoniae parece ser baixa em nosso meio.

  9. Avaliação de coagulação, fibrinólise e proteína C em pacientes de risco e com doenças coronarianas Evaluation of coagulation, fibrinolysis and protein C in risk patients and patients presenting coronarian diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Vieira Reis

    2003-01-01

    Full Text Available A hemostasia é resultante do equilíbrio entre pró-coagulantes e anticoagulantes, envolvendo vasos, plaquetas, proteínas da coagulação e da fibrinólise e anticoagulantes naturais. Todos estes componentes estão inter-relacionados, constituindo os sistemas de coagulação, anticoagulação e fibrinólise. Muitos fatores, genéticos ou adquiridos, podem contribuir para romper este equilíbrio, levando a estados de hipo ou hipercoagulabilidade. Em doenças coronarianas como a angina e o infarto, há uma maior ativação das plaquetas e das proteínas da coagulação, favorecendo a formação de trombos. Na tentativa de restaurar a hemostasia, ocorre a intervenção do sistema fibrinolítico, o qual promove a lise do coágulo e desobstrui o vaso. Neste trabalho foram avaliados os mecanismos da coagulação e da fibrinólise e a proteína C, um anticoagulante natural. Foram estudados 20 pacientes com doenças coronarianas, notadamente angina de peito (n = 8 e infarto agudo do miocárdio (n = 12, além de pacientes potencialmente em risco de desenvolver doença cardiovascular (n = 17. O grupo infarto foi pareado com indivíduos sadios do ponto de vista clinicolaboratorial (grupo-controle, n = 12. Os resultados revelaram uma diferença significativa nos níveis de fibrinogênio nos grupos de angina e infarto quando comparados ao grupo-controle. Níveis de proteína C ativada também mostraram diferença significativa entre os grupos de risco e infarto. Os demais parâmetros hemostáticos avaliados não diferiram significativamente entre os grupos estudados, porém foi observada uma tendência à hipercoagulabilidade nos grupos de pacientes quando comparados ao grupo-controle.Hemostasia consists of a balance between procoagulants and anticoagulants involving vessels, platelets, clot and fibrinolysis proteins and natural anticoagulants. All the components are interrelated constituting the coagulation, anticoagulation and fibrinolysis systems. Many

  10. Prognóstico do duke-escore versus cintilografia em pacientes com fatores de risco para doença arterial coronariana: seguimento de um ano Prognosis of duke treadmill score versus scintilography in patients at risk for coronary artery disease: one year follow-up

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Gasperin

    2006-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a sensibilidade, a especificidade e o risco de eventos cardiovasculares em pacientes com Duke-escore (DE baixo, intermediário e alto risco, em comparação com a presença (ou não de defeitos de perfusão à cintilografia do miocárdio. MÉTODOS: Estudo prospectivo, consecutivo, com 173 pacientes com 2 ou mais fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC, que foram submetidos à cintilografia de perfusão do miocárdio com tetrofosmin marcado com tecnécio-Tc 99m (CPM e ao teste ergométrico (aplicando-se o DE, de um bairro de Curitiba, entre janeiro de 2003 a fevereiro de 2004. Os pacientes tiveram seguimento de 13±1 meses e 162 completaram o acompanhamento. Foi avaliada a presença de morte, angina, infarto agudo do miocárdio, angioplastia coronariana e revascularização do miocárdio. RESULTADOS: A média do DE dos pacientes que apresentaram eventos (18 foi de -0,27 (95% IC= -3,97 a +3,91 e daqueles livres de eventos (144 foi de +4,92 (95% IC= +4,03 a +5,81, com pOBJECTIVE: The purpose was to determine the sensitivity, the specificity and a year-long risk of subsequent cardiovascular events in patients with low, intermediate and high risk prognostic Duke treadmill score (DTS in comparison with the presence (or not of the myocardial perfusion defects on radionuclide images. METHODS: A prospective study, with 173 consecutive patients with 02 or more risk factors to coronary artery disease (CAD, who underwent to exercise single photon - emission computed tomographic myocardial perfusion images using technetium-99m tetrophosmin (SPECT and treadmill test (with DTS, from one neighbourhood of Curitiba city, between January 2003 and February 2004, were followed up for cardiac-cause mortality and major cardiac events. Follow-up was performed in 13± 1 months and in 162 patients was complete. RESULTS: The DTS mean those patients with cardiac event (18 over a year was -0.27 (95% CI= -3.97 to +3.91 and those free

  11. Aspectos da personalidade e sua influência na percepção da dor aguda em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaiza Teixeira Xavier Nobre

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o papel e a influência da personalidade na percepção dolorosa aguda de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa transversal, analítica, prospectiva de caráter correlacional, realizada em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A amostra foi composta por 25 pacientes, sendo 64% do sexo feminino, com menos de 60 anos (52%. RESULTADOS: A intensidade dolorosa foi avaliada pela escala numérica de dor do primeiro ao quinto dia de pós-operatório e os estilos de personalidade, pelo Inventário Millon de Estilos de Personalidade. A percepção dolorosa foi experienciada com magnitudes variando de leve a moderada do primeiro ao quinto dia do pós-operatório e relacionada às características de personalidade. Nos pacientes com menos intensidade de dor, foi observada maior elevação significativa da pontuação obtida nos fatores preservação, individualismo, introversão e, nos pacientes com maior intensidade de dor, houve uma elevação significativa nos fatores de proteção, extroversão, retraimento, discrepância, afetividade, acomodação, retraimento, comunicabilidade e firmeza. CONCLUSÃO: A ocorrência do fenômeno doloroso em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca mostra-se associada com manifestações comportamentais e com magnitudes variáveis quanto ao tempo do ato cirúrgico, tipo e posição de drenos, além do período pós-operatório imediato. Pode-se caracterizar que aspectos psicológicos enquanto características de personalidade podem influenciar padrões de comportamento como os observados.

  12. Fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar Predictors of choledocholithiasis in patients sustaining acute biliary pancreatitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Gustavo Parreira

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o papel da fosfatase alcalina (FA, gama glutamiltransferase (gamaGT e ultra-sonografia (US como fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar (PAB. MÉTODOS: Os dados foram coletados prospectivamente durante um período de 31 meses. Quarenta doentes foram incluídos, sendo 30 mulheres, com média etária de 49 + 16 anos. Foram registrados os dados de todos os doentes com pancreatite aguda biliar. Aqueles doentes ictéricos e com a forma grave da doença foram excluídos. As dosagens de FA e GGT, assim como a US, eram realizadas na admissão e 48 horas antes da cirurgia. Todos os pacientes foram submetidos à colangiografia intra-operatória (CIO ou à colangiografia retrógrada endoscópica (CPRE pré-operatória, que era definida baseada na probabilidade de coledocolitíase. Com o intuito de identificar os indicadores de coledocolitíase, as variáveis foram comparadas entre os pacientes com ou sem coledocolitíase. Os testes t de Student, Qui-quadrado e Fisher foram empregados para a análise estatística, considerando-se pBACKGROUND: To assess the role of alkaline phosphatase (AP, gamil-glutamyltransferase (gammaGT and abdominal ultrasound (US as predictors of choledocholithiasis in patients sustaining acute biliary pancreatitis. METHODS: Data was prospectively collected during a period of 31 months. Forty patients were included, 30 were female and the mean age was 49 + 16. All patients sustaining acute biliary pancreatitis were enrolled. Patients with clinical jaundice and severe pancreatitis were excluded. Serum content of AP and gGT as well as US were assessed at admission and 48 hours before cholecistectomy. All patients underwent intra-operative cholangiography (IOC or pre-operative endoscopic retrograde cholangiography (ERCP, which was indicated based on the odds of choledocholithiasis. In order to identify the predictors of choledocholithiasis, variables were compared between patients

  13. Osteomielite hematogênica aguda em Pediatria: análise de casos atendidos em hospital universitário Osteomielitis hematogénica aguda en Pediatría: análisis de casos atendidos en hospital universitario Pediatric acute hematogenous osteomyelitis: analysis of patients assisted in a university hospital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Fiorini Puccini

    2012-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a ocorrência, a evolução e o desfecho de pacientes com osteomielite hematogênica aguda na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: Estudo descritivo de 21 casos de pacientes de zero a 14 anos com diagnóstico de osteomielite hematogênica aguda, em acompanhamento no Ambulatório de Infectologia Pediátrica da Escola Paulista de Medicina entre 2005 e 2009. A coleta de dados ocorreu pelo levantamento de prontuários. Realizaram-se a análise descritiva e o teste de correlação de Spearman, com intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Foi identificada maior incidência no sexo masculino e em crianças maiores de cinco anos. Febre e dor foram os sintomas mais frequentes. Os ossos longos foram os mais acometidos. O principal agente etiológico identificado foi o Staphylococcus aureus. Em média, o tempo de sintomatologia até o diagnóstico foi de 9,7 dias, o de internação, 24,7 dias, e o total de antibioticoterapia foi de 71,7 dias. A resolução completa do quadro ocorreu em 71,4% dos casos, com permanência de sequelas em 28,6% deles, sendo a evolução para osteomielite crônica a principal delas. CONCLUSÕES: As características dos pacientes e da doença referentes a sexo, idade, etiologia e evolução mostram-se concordantes com o descrito na literatura. O tempo de tratamento foi de aproximadamente dez semanas, valor acima do habitualmente encontrado nos diferentes estudos. Não foram encontradas correlações significantes entre o tempo de sintomatologia até o diagnóstico, o tempo de internação e o tempo total de antibioticoterapia, havendo a limitação do tamanho da amostra.OBJETIVO: Describir la ocurrencia, la evolución y el desenlace de pacientes con osteomielitis hematogénica aguda en la franja de edad pediátrica. MÉTODOS: Estudio descriptivo de 21 casos de pacientes de cero a 14 años con diagnóstico de osteomielitis hematogénica aguda, en seguimiento en el Ambulatorio de Infectología Pediátrica de

  14. Enzimas de função hepática na aflatoxicose aguda experimental em frangos de corte

    OpenAIRE

    Adriana Borsa; Sônia Terezinha dos Anjos Lopes; Jânio Morais Santurio; Carlos Augusto Mallmann; Juarez Morbini Lopes; Roberta Ribeiro Fernandes

    1998-01-01

    Com o objetivo de avaliar a função hepática de aves experimentalmente intoxicadas por aflatoxina, com e sem uso de bentonita sódica, foram utilizados 40 (quarenta) frangos de corte, machos, linhagem Ross, divididos em 4 (quatro) grupos de 10 (dez.) animais, sendo que cada grupo foi submetido a um tratamento: T1 - controle (ração sem aflatoxina ou bentonita), T2 - ração com 5ppm de aflatoxina, T3 - ração com 5ppm de aflatoxina e 0,5% de bentonita sódica e T4 - ração com 0,5% de bentonita sódic...

  15. Índice Internacional de Função Erétil Simplificado e doença coronariana em pacientes hipertensos Simplified International Index of Erectile Function (IIEF-5 and coronary artery disease in hypertensive patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Cordeiro

    2012-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Disfunção Erétil (DE se associa ao risco aumentado de Doença Arterial Coronariana (DAC. OBJETIVO: Avaliar a associação entre DE, determinada pelo Índice Internacional de Função Erétil Simplificado (IIFE-5, e DAC. MÉTODOS: Estudo de corte transversal que avaliou 263 hipertensos (55 [50 - 61] anos. A DE foi avaliada pelo IIEF-5 e a DAC, por meio da história de revascularização miocárdica prévia e/ou por cineangiocoronariografia. RESULTADOS: O IIFE-5 se correlacionou com o clearance de creatinina [ClCr] (Rho = 0,23; p 20 (n = 123; aqueles com menor IIFE-5 tinham idade mais elevada (57 [52 - 61] vs. 54 [45 - 60] anos; p = 0,002, maior prevalência de DAC (22% vs. 9%; p = 0,004, tabagismo (64% vs. 47%; p = 0,009 e do uso de inibidores dos canais de cálcio (65 % vs. 43%; p = 0,001, além de menor ClCr (67,3 [30,8 - 88,6] vs. 82,6 [65,9 - 98,2] ml/min; p BACKGROUND: Erectile Dysfunction (ED is associated with increased risk of coronary artery disease (CAD. OBJECTIVE: To evaluate the association between ED, determined by the Simplified International Index of Erectile Function (IIEF-5 and CAD. METHODS: This was a cross-sectional cohort study that evaluated 263 hypertensive patients (55 [50-61] years. ED was assessed through the IIEF-5 and CAD by the history of previous myocardial revascularization and/or coronary angiography. RESULTS: The IIEF-5 correlated with creatinine clearance [CrCl] (Rho = 0.23, p 20 (n = 123; those with lower IIEF-5 scores were older (57 [52-61] vs. 54 [45-60] years, p = 0.002, had higher prevalence of CAD (22% vs. 9%, p = 0.004, smoking (64% vs. 47%, p = 0.009 and use of calcium channel inhibitors (65% vs. 43.%, p = 0.001, as well as lower CrCl (67.3 [30.8 to 88.6] vs. 82.6 [65.9 - 98.2] ml/min, p <0.001. The IIEF-5 < 21 was associated with increased risk of CAD in the logistic regression, both univariate (RR = 2.89 [95%CI: 1.39 - 6.05], and after adjusting for age, diabetes, CrCl, smoking, mean

  16. Histopatologia da esquistossomose mansoni em fígado de Mus musculus infectado por amostras humanas de fase aguda e crônica da periferia de Belo Horizonte, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amélia Dulce Vilela de Carvalho

    1986-06-01

    Full Text Available Exemplares de Biomphalaria glabrataforam infectados com miracídios obtidos de ovos de Schistosoma mansoni, encontrados em fezes de indivíduos de 7 a 18 anos, da região de Lagoa da Pampulha, Belo Horizonte, MG. Os pacientes de fase aguda se infectaram em uma primeira visita ao foco. Os da fase crônica eram moradores próximos aos focos. Para cada caso clínico, isolou-se a respectiva amostra do parasita. Foram infectados pela cauda 55 camundongos fêmeas com 70 ± 10 cercárias. Cortes histológicos de fígados, corados por HE, tricrômico de Gomori, impregnação metálica pela prata, e PAS foram observados à microscopia óptica. Não houve diferenças estatísticas em relação às médias das mensurações dos diâmetros dos granulomas referentes às amostras e datas de sacrifícios. Os granulomas apresentaram fase exsudativa do tipo Ha (reação de inflamação mista e IIIa (granuloma com células epitelióides. Com amostras de pacientes em fase aguda o padrão predominante foi a Ha na 7ª semana. Na 10.ª semana predominaram granulomas do tipo IIIa. Nas amostras de pacientes em fase crônica, verificou-se uma mescla de granulomas do tipo Ha e IIIa na 7ª semana. Na 10ª semana predominou o tipo IIIa. Alguns aspectos histopatológicos de fígados foram descritos e comparados com aqueles existentes na literatura.

  17. Doença arterial coronariana em pacientes com valvopatia reumática e não-reumática acompanhados em hospital público do Rio de Janeiro Coronary artery disease in patients with rheumatic and non-rheumatic valvular heart disease treated at a public hospital in Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dany David Kruczan

    2008-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência de doença arterial coronariana (DAC na valvopatia de etiologia reumática e não-reumática, examinando possíveis fatores preditivos da presença da doença. MÉTODOS: Estudo transversal, de série de casos obtidos em população pré-definida. Foram avaliados 1.412 pacientes com indicação de cirurgia cardíaca por qualquer etiologia. Destes, foram encontrados e estudados 294 casos com valvopatia primária de etiologias reumática e não-reumática, com idade > 40 anos, submetidos a coronariografia. RESULTADOS: Os valvopatas reumáticos apresentaram menor prevalência de DAC (4% que os não-reumáticos (33,61% (p 55 anos, HAS, dor torácica típica, diabete e dislipidemia se relacionavam diretamente com a DAC, sendo as três últimas as variáveis de maior peso para a doença. CONCLUSÃO: A prevalência de DAC é baixa entre valvopatas reumáticos e mais alta entre não-reumáticos; a etiologia reumática não parece exercer efeito protetor sobre a prevalência de DAC; e as variáveis sexo, idade, HAS, dor torácica típica, dislipidemia e diabete melito foram identificadas como fortemente associadas à presença de DAC. É possível definir critérios de indicação de coronariografia pré-operatória nas trocas valvares, podendo-se evitar a indicação rotineira a partir dos 40 anos.OBJECTIVE: to estimate the prevalence of coronary artery disease (CAD in valvular heart disease of rheumatic (RVHD and non-rheumatic (NVHD etiology, assessing possible predictive factors for the presence of CAD. METHODS: This is a cross-sectional study of a series of cases obtained from a pre-defined population, wherein 1,412 patients referred for heart surgery of any etiology were evaluated. Of these, 294 primary heart disease patients aged >40 submitted to cinecoronary arteriography (CA were identified and studied. RESULTS: patients with RVHD presented lower prevalence of CAD (4% when compared to NVHD (33.61%, p55, SAH, TACP

  18. Presença de anticorpo anti-Lutheran B em paciente com leucemia linfóide aguda Anti-Lutheran B in a patient with acute lymphoblastic leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Rosário F. Roberti

    2007-06-01

    Full Text Available Leucemias agudas necessitam de suporte hemoterápico para serem tratadas adequadamente. A presença do anticorpo anti-Lutheran B e a alta freqüência do antígeno em nossa população dificulta o tratamento de doenças hematológicas que necessitam de suporte transfusional, tais como a leucemia linfóide aguda (LLA. Alternativas de tratamento hemoterápico são abordadas neste artigo. Descreve-se o caso de uma paciente com LLA e anticorpo anti-Lutheran B. A dificuldade em encontrar sangue compatível levou os autores a adotarem estratégia conservadora no tratamento hemoterápico. O uso de eritropoetina e a adoção de protocolo quimioterápico individualizado viabilizaram os resultados obtidos.Acute leukemia needs hemotherapeutic support to be successfully treated. The Lutheran B antibody, specifically the high frequency of this antigen in our population, has made it difficult to treat hematological malignancies that need transfusional support, including acute lymphoblastic leukemia. Finding compatible blood is complex and so the authors adopted a conservative treatment strategy. The prescription of epoetin and an individualized chemotherapy protocol may improve results. We describe a case report of a patient with anti-Lutheran B antibody and how difficulties to find compatible blood were solved.

  19. Avaliação da rinussinusite bacteriana aguda em pacientes asmáticos com base em parâmetros clínicos, exame otorrinolaringológico e estudo de imagem Evaluation of acute bacterial rhinosinusitis in asthma patients based on clinical parameters and imaging studies, together with ear, nose and throat examination

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alecsandra Calil Moises Faure

    2008-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar os seios paranasais em pacientes com asma estável ou asma aguda para determinar a prevalência de rinossinusite bacteriana aguda. MÉTODOS: Estudo transversal incluindo 30 pacientes com asma aguda (73% do sexo feminino tratados na sala de emergência e 30 pacientes com asma estável (80% do sexo feminino regularmente acompanhados em ambulatório. Todos os pacientes responderam a um questionário sobre sinais e sintomas respiratórios e foram submetidos a exame otorrinolaringológico e a radiograma e tomografia computadorizada de seios paranasais. RESULTADOS: Com base no diagnóstico clínico, a prevalência de rinossinusite bacteriana aguda foi de 40% nos pacientes com asma aguda e de 3% nos com asma estável. O exame otorrinolaringológico e os exames de imagem isoladamente não foram úteis para a confirmação diagnóstica. CONCLUSÕES: O exame otorrinolaringológico e o radiograma e a tomografia de seios paranasais por si só não foram úteis para o diagnóstico de rinossinusite bacteriana aguda. Nossos resultados confirmam a evidência de que o diagnóstico clínico de rinossinusite aguda deve ser dado com cautela.OBJECTIVE: To evaluate paranasal sinuses in patients with stable or acute asthma in order to determine the prevalence of acute bacterial rhinosinusitis. METHODS: A cross-sectional study including 30 patients with acute asthma (73% females treated in the emergency room and 30 patients with stable asthma (80% females regularly monitored as outpatients. All patients completed a questionnaire on respiratory signs and symptoms and were submitted to ear, nose and throat (ENT examination, as well as to X-ray and computed tomography (CT imaging of the sinuses. RESULTS: Based on the clinical diagnosis, the prevalence of acute bacterial rhinosinusitis was 40% in the patients with acute asthma and 3% in those with stable asthma. The ENT examination findings and the imaging findings in isolation were not useful to confirm

  20. Fístula coronariana para ventrículo esquerdo: diagnóstico por tomografia computadorizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Moreno Mendonça

    2011-10-01

    Full Text Available Fístulas de artérias coronárias são raras, sendo diagnosticadas mais frequentemente pelo ecocardiograma ou pela cineangiocoronariografia, entretanto, a angiotomografia computadorizada (angio-TC das coronárias ganha espaço. Essa patologia apresenta incidência baixíssima, sendo as fístulas originadas da coronária direita mais frequentes. Fístulas coronarianas para câmaras cardíacas direitas são mais incidentes, sendo raras para o ventrículo esquerdo (VE. O tratamento pode ser cirúrgico ou percutâneo. Este relato descreve caso de fístula coronariana para VE diagnosticada pela angio-TC das coronárias em homem de 46 anos, hipertenso, assintomático com teste ergométrico positivo para isquemia. Angio-TC de coronárias descartou doença obstrutiva, porém revelou fístula coronariana conectando-se com cavidade ventricular esquerda.

  1. Resposta de fase aguda e níveis séricos de magnésio em pacientes hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cunha D. F. da

    1999-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: A resposta de fase aguda (RFA, caracteriza-se por proteólise, com hipotrofia da massa celular corporal, hiperglicemia, retenção hídrica e disfunção renal, fenômenos que potencialmente afetam os níveis de magnésio (Mg++ sérico. O objetivo do estudo foi comparar os níveis séricos de Mg++ entre pacientes hospitalizados, com ou sem RFA. MÉTODOS: Obteve-se um banco de dados do mainframe do Hospital-Escola contendo informações sobre dosagens bioquímicas simultâneas de creatinina, glicose e magnésio e outros eletrólitos séricos de 214 pacientes internados, sem diabetes mellitus, insuficiência renal crônica ou creatinina sérica > 1,5mg/dl. A presença de RFA foi definida pela presença de febre mais diagnósticos de trauma, cirurgia recente ou infecção, além de leucopenia ou leucocitose. RESULTADOS: Dos casos, 32,2% foram considerados RFAÅ. Não houve diferença entre os grupos quanto à idade, gênero e cor. Houve pareamento entre os grupos RFAÅ e RFAteta quanto à freqüência de uso de diuréticos (10,1 vs 11,7% e presença de edema (3 vs 6%. Hipomagnesemia ocorreu em 154 casos (72% do total, sendo 75,9% no grupo RFAteta e 63,8% no grupo RFAÅ(p=0,06. Os níveis de Mg++ (mediana; faixa de variação foram maiores no grupo RFAÅ: (1,75; 1-3 vs 1,6; 0,9-2,9mg/dl, o mesmo ocorrendo com a glicemia (115; 49-236 vs 99; 61-191mg/dl e creatinina sérica (0,884 ± 0,306 vs 0,803 ± 0,257mg/dl. Hipermagnesemia foi mais comum no grupo RFAÅ: 8,7 vs 2,1%. CONCLUSÕES: Pacientes RFAÅ apresentam maiores níveis de magnésio sérico, fenômeno possivelmente relacionado com aumentos da glicemia, uréia e creatinina séricas.

  2. Comparação de critérios diagnósticos de insuficiência renal aguda em cirurgia cardíaca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Campos Sampaio

    2013-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande controvérsia quanto ao diagnóstico de Insuficiência Renal Aguda (IRA, existindo mais de 30 diferentes definições. OBJETIVO: Avaliar a incidência e os fatores de risco para desenvolvimento de IRA no pós-operatório de cirurgia cardíaca de acordo com os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO, e comparar o poder prognóstico desses critérios. MÉTODOS: Estudo de corte transversal que incluiu 321 pacientes (62 [53 - 71] anos, 140 homens consecutivamente submetidos a cirurgia cardíaca entre junho de 2011 e janeiro de 2012. Os pacientes foram acompanhados por 30 dias, com vistas ao desenvolvimento de um desfecho composto (mortalidade, necessidade de diálise e internação prolongada. RESULTADOS: A incidência de IRA variou de 15% - 51%, conforme o critério diagnóstico adotado. Enquanto a idade se associou ao risco de IRA nos três critérios, houve variação nos demais determinantes. Durante o acompanhamento, 89 pacientes apresentaram o desfecho e todos os critérios se associaram ao risco aumentado na análise Cox univariada e após o ajuste para idade, sexo, diabetes e tipo de cirurgia. Contudo, após novo ajuste para tempo de circulação extracorpórea e presença de baixo débito cardíaco, apenas o diagnóstico de IRA pelo critério KDIGO manteve esta associação significativa (HR= 1,89 [95% IC: 1,18 - 3,06]. CONCLUSÕES: A incidência e os fatores de risco para IRA pós-cirurgia cardíaca têm grande variação de acordo com os critérios diagnósticos utilizados. Em nossa análise, o critério KDIGO se mostrou superior ao AKIN e ao RIFLE quanto ao seu poder prognóstico.

  3. Respostas hormonais agudas a diferentes intensidades de exercícios resistidos em mulheres idosas Acute hormonal responses to different intensities of resistance exercises in older women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Jacó de Oliveira

    2008-08-01

    Full Text Available O treinamento resistido vem sendo apontado como eficaz em retardar o declínio de força e massa muscular que acompanham o envelhecimento; contudo, a resposta hormonal aguda a esse tipo de exercício precisa ser mais bem caracterizada. Os objetivos do presente estudo foram caracterizar e comparar as respostas hormonais agudas resultantes de diferentes intensidades de exercícios resistidos realizados por mulheres idosas. A amostra foi composta por 15 mulheres com idade média de 67,5 anos, as quais realizaram, de forma aleatória, três visitas ao laboratório: 1 exercícios resistidos realizados a 50% de 1-RM (G50; 2 exercícios resistidos realizados a 80% de 1-RM (G80; e 3 sessão controle (GC. Coletas sanguíneas foram realizadas imediatamente antes e após (TO e T1, respectivamente cada sessão, bem como três e 48 horas após (T2 eT3, respectivamente, para posterior análise hormonal através do método imunoensaio quimiluminescente. ANOVA e ANCOVA foram utilizadas, respectivamente, para examinar diferenças intra e intersessões. Não foram observadas diferenças significativas entre as sessões para nenhum dos hormônios avaliados. EmT2, as concentrações do cortisol encontraram-se significativamente inferiores quando comparados com T0 nas três sessões realizadas, enquanto a testosterona apresentou-se reduzida no T2 do GC. Apenas a sessão G80 induziu elevação transitória significativa da razão testosterona/cortisol e nenhuma das sessões provocou alterações nas concentrações séricas de GH. Conclui-se que exercícios resistidos realizados a 50% ou a 80% de 1-RM não induziram agudamente elevação significativa de cortisol, testosterona ou GH na amostra estudada. Por outro lado, a sessão realizada a 80% de 1-RM promoveu aumento significativo da razão testosterona/cortisol três horas pós-exercício quando comparada com a dos valores basais, em mulheres idosas.Resistance training has been pointed as an effective intervention

  4. Efeito do extrato bruto das folhas de Echinodorus Macrophyllus e de frações semipurificadas sobre a função renal em ratos com necrose tubular aguda induzida por gentamicina

    OpenAIRE

    Gustavo Pereira Cosenza

    2010-01-01

    A Echinodorus macrophyllus (E. macrophyllus), família alismatacea, é uma espécie nativa do Brasil onde é conhecida por chapéu de couro, chá mineiro e erva de pântano. O objetivo deste trabalho foi avaliar o possível efeito do extrato bruto das folhas de E. macrophyllus (EB) e de frações dele extraídos (FAE, FB e FAq) sobre a função renal em ratos normais e em ratos com necrose tubular aguda (NTA) induzida por gentamicina (GT). O EB, obtido por percolação, foi submetido à extração com acetato ...

  5. Parenteral nutrition versus enteral nutrition in severe acute pancreatitis Nutrição parenteral versus enteral em pacientes com pancreatite aguda grave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiel Paiva Vieira

    2010-10-01

    Full Text Available PURPOSE: To compare the effect of parenteral versus enteral nutritional support in severe acute pancreatitis, with respect to efficacy, safety, morbidity, mortality and length of hospitalization. METHODS: The study was comprised of 31 patients, divided into a parenteral group (n=16 and an enteral group (n=15, who met severity criteria for abdominal tomography (Balthazar classes C, D, and E. The patients were compared by demographics, disease etiology, antibiotic prophylaxis, use or not of somatostatin, nutritional support, complications and disease progression. RESULTS: There was no statistical difference in the average duration of nutritional support, somatostatin, or antibiotics in the two groups. Imipenem was the drug of choice for prophylaxis of pancreatic infections in both groups. More complications occurred in the parenteral group, although the difference was not statistically significant (p=0.10. Infectious complications, such as catheter sepsis and infections of the pancreatic tissue, were significantly more frequent in the parenteral group (p=0.006. There was no difference in average length of hospitalization in the two groups. There were three deaths in the parenteral group and none in the enteral group. CONCLUSION: Enteral nutritional support is associated with fewer septic complications compared to parenteral nutritional support.OBJETIVO: Comparar o efeito do suporte nutricional parenteral versus enteral, em pancreatite aguda grave, com relação à eficácia, à segurança, à morbi-mortalidade e ao tempo de internação. MÉTODOS: Foram estudados 31 pacientes distribuídos em grupo parenteral (n=16, no período de 1995 a 1998 e grupo enteral (n=15, no período de 1999 a 2002, que preencheram os critérios de gravidade pela tomografia de abdome (Balthazar C,D,E. Os pacientes foram comparados quanto aos dados demográficos, etiologia, antibioticoprofilaxia, somatostatina, suporte nutricional, complicações e evolução. RESULTADOS

  6. Ventilação mecânica não invasiva na crise de asma aguda grave em crianças: níveis de evidências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula de Souza Silva

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar a qualidade das evidências existentes para embasar diretrizes do emprego da ventilação mecânica não invasiva no manejo da crise de asma aguda grave em crianças não responsivas ao tratamento padrão. Métodos: Busca, seleção e análise de todos os artigos originais sobre asma e ventilação mecânica não invasiva em crianças, publicados até 1º de setembro de 2014, em todos os idiomas, nas bases de dados eletrônicas PubMed, Web of Science, Cochrane Library, Scopus e SciELO, encontrados por meio de busca pelos descritores "asthma", "status asthmaticus", "noninvasive ventilation", "bronchospasm", "continuous positive airway pressure", "child", "infant", "pediatrics", "hypercapnia", "respiratory failure", e das palavras-chave "BIPAP", "CPAP", "bilevel", "acute asthma" e "near fatal asthma". Os artigos foram qualificados segundo os graus de evidências do Sistema GRADE. Resultados: Foram obtidos apenas nove artigos originais. Destes, dois (22% apresentaram nível de evidência A, um (11% apresentou nível de evidência B e seis (67% apresentaram nível de evidência C. Conclusão: Sugere-se que o emprego da ventilação mecânica não invasiva na crise de asma aguda grave em crianças não responsivas ao tratamento padrão é aplicável à maioria desses pacientes, mas as evidências não podem ser consideradas conclusivas, uma vez que pesquisa adicional de alta qualidade provavelmente tenha um impacto modificador na estimativa de efeito.

  7. Fase aguda da esquistossomose mansoni

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edward Tonelli

    1972-10-01

    Full Text Available O A. faz um estudo panorâmico sobre a fase aguda da esquistossomose mansoni, abordando o quadro clínico e seu diagnóstico, os exames subsidiários, o diagnóstico diferencial, a terapêutica e os aspectos evolutivos. As manifestações clinicas dos períodos de incubação, de estado e de supressão são abordados. O diagnóstico da fase aguda é baseado em dado epidemiológico, 110 exame fisico e em exames subsidiários. O dado epidemiológico. em geral, é positivo, com menção a banho infectante, comumente 30 a 40 dias antes do início do quadro clínico e ao exame físico, encontramos hipertermia (38 - 4G°C, prostração, micropoliadenia hepatomegalia dolorosa em 95%, dos casos e esplenomegalia em 70% dos casos. Os exames prioritários para o diagnóstico são o exame parasiiológico de fezes seriado, que é positivo para ovos viáveis de S. mansoni e o leucograma seriado, que, geralmente, acusa leucocitose com eosinofilia. Em caso de dúvida ou para complementação diagnostica, podemos recorrer à endoscovia retal, ao oograma e á biópsia hepática. A endoscopia acusa, comumente, mucosa hiperêmica, edemaciada, friável, granulosa, com pontos hemorrágicos e o exame colhido por punção biópsia revela, entre outros achados, granulomas na fase necrótica-exsudativa. O diagnóstico diferencial deve ser feito com as seguintes entidades clínicas: gastroenterites. febre tifóide, disenteria bacilar, amebíase aguda, salmonelose septicêrnica prolongada, devendo, ainda, figurar a tuberculose miliar, abdome agudo, a G.N.D.A., a mononucleose infecciosa, a leptospirose, a hepatite e as poaneurites. A terapeutica é baseada nos cuidados gerais, na córticoterapia e na terapêutica específica. Observamos regressão dramática do quadro toxinfeccioso. nas primeiras 24 a 48 horas com a córticoterapia (prednisona que tem duração aproximada de 7 a 10 dias. A terapêutica específica (derivado nitrotiazolico = ambilhar e derivado hidroximet

  8. Pharyngeal-cervical-brachial variant of Guillain-Barré syndrome: a rare cause of acute bulbar dysfunction in children = Variante faringo-cérvico-braquial da síndrome de Guillain-Barré: uma causa rara de disfunção bulbar aguda em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coelho, Joana

    2014-01-01

    Conclusões: Apesar da variante faringo-cervico-braquial ser pouco frequente em idade pediátrica, é um diagnóstico que deve ser considerado perante uma criança com disfunção bulbar aguda, pois a identificação precoce permite instituir rapidamente medidas terapêuticas que podem evitar a morte

  9. Reação de fase aguda e sua relação com o desempenho de cavalos em competição de longa distância

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.A. Amaral

    2015-04-01

    Full Text Available O exercício físico é um dos estímulos fisiológicos mais estressantes que um animal pode sofrer e, dependendo de sua intensidade, sugere-se que possa gerar uma reação mediada por proteínas de fase aguda (PFA. O objetivo deste estudo foi caracterizar a reação de fase aguda e sua relação com o desempenho de cavalos submetidos a uma competição de longa distância. O experimento foi desenvolvido durante a Marcha de Resistência anual promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC, composta por um percurso de 750km percorrido durante 15 dias. Foram avaliados 23 equinos, os quais foram divididos em dois grupos, sendo o grupo 1 composto pelos 10 primeiros colocados na competição e o grupo 2 formado pelos 13 animais que concluíram a competição em colocações inferiores ou foram desclassificados antes de terminar a prova. Efetuaram-se coletas sanguíneas em repouso (dia 0 e no último dia de competição, e foi realizado o teste de eletroforese em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE para identificar as proteínas (albumina, haptoglobina, ceruloplasmina, transferrina, imunoglobulina G, imunoglobulina A, glicoproteína ácida e proteína de peso molecular de 23kDa. Os resultados demonstraram que o exercício físico imposto influenciou de forma significativa (P<0,0001 as concentrações séricas de haptoglobina, ceruloplasmina, imunoglobulina A, glicoproteína ácida e proteína de peso molecular de 23kDa. Quando comparados os resultados dos grupos estudados, observou-se que a concentração de haptoglobina após a competição foi superior no grupo de animais com baixo desempenho (grupo 2. Conclui-se que a competição de longa duração é capaz de gerar reação de fase aguda e que o monitoramento da concentração de haptoglobina pode ser um sinalizador de processo inflamatório e baixo desempenho.

  10. Sinusite aguda em crianças: estudo retrospectivo de complicações orbitárias Acute sinusitis in children: a retrospective study of orbital complications

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Levon Mekhitarian Neto

    2007-02-01

    Full Text Available Das complicações da sinusite, as que envolvem a região orbitária são mais freqüentes. OBJETIVO: Este trabalho tem por objetivo mostrar a incidência de celulite orbitária (CO como complicação de sinusite aguda em crianças. Forma de Estudo: Retrospectivo. MÉTODO: Após autorização específica, foram avaliados todos os prontuários de pacientes pediátricos, com idade até 12 anos, com diagnóstico de complicação orbitária por sinusite, admitidos na Clínica de ORL e Pediátrica do HPEV no período de 1985 a 2004. Os casos foram analisados segundo o sexo, idade, quadro clínico, seio paranasal acometido, período médio de internação, exames de imagem realizados e tratamento instituído. RESULTADO: No período de 1985 a 2004, foram diagnosticados 25 pacientes portadores de CO, apresentando uma incidência de 6%, predomínio do sexo masculino, com média de idade de 6,5 anos. O seio paranasal mais acometido foi o maxilar. 24 pacientes apresentavam edema periorbitário. Todos os 25 pacientes apresentavam velamento sinusal ao Rx. Um paciente apresentava deslocamento do globo ocular e proptose e a TC mostrava abscesso subperiosteal. O período médio de internação foi de 4 dias. 25 pacientes receberam tratamento antibiótico endovenoso e 2 foram submetidos a tratamento cirúrgico associado. CONCLUSÃO: A incidência de complicações orbitárias pós-sinusite são infreqüentes, com diagnóstico precoce evoluem bem com tratamento clínico. A cirurgia pode ser necessária em alguns casos.Among the complications of sinusitis, those that involve the orbital region are the most frequent. AIM: the objective of this paper is to show an incidence of orbital cellulites (OC secondary to acute sinusitis in children. Study design: retrospective. METHODS: After board approval, the charts of all pediatric patients diagnosed with orbital complications secondary to sinusitis, seen at the Pediatric and at the ENT clinics of the HPEV, between 1985

  11. Intensive insulin therapy versus conventional glycemic control in patients with acute neurological injury: a prospective controlled trial Insulinoterapia intensiva versus controle glicêmico em pacientes com injuria neurológica aguda: estudo prospectivo randomizado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Raimundo A. de Azevedo

    2007-09-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To compare intensive insulin therapy to conventional glycemic control in patients with acute neurological injury evaluating neurological outcome and morbimortality. METHOD: Patients with two glycemias above 150 mg/dL 12 hours after admission were randomized to receive intensive insulin therapy (G1 or conventional treatment (G2. We evaluated a subgroup of patients with acute brain injury from July, 2004 to June, 2006. RESULTS: G1 patients (n=31 received 70.5 (45.1-87.5 units of insulin/day while G2 patients (n=19 received 2 (0.6-14.1 units/day (pOBJETIVO: Comparar insulinoterapia intensiva com controle convencional da glicemia em pacientes com injuria cerebral aguda avaliando evolução neurológica e morbimortalidade. MÉTODO: Pacientes com duas glicemias acima de 150 mg/dL nas primeiras 12 horas após admissão foram randomizados para insulinoterapia intensiva (Grupo 1 ou tratamento convencional (Grupo 2. Avaliamos um subgrupo de pacientes com injuria cerebral aguda admitidos de julho/2004 a junho/2006. RESULTADOS: O Grupo 1 (n=31 recebeu 70,5 (45,1-87,5 unidades de insulina/dia enquanto o Grupo 2 (n=19 recebeu 2 (0,6-14,1 unidades/dia (p<0,0001. A glicemia mediana foi comparável nos dois grupos (p=0,16. Hipoglicemia ocorreu em 2 pacientes (6,4% no Grupo 1 e em 1 paciente (5,8% no Grupo 2. A mortalidade no Grupo 1 foi 25,8% contra 35,2% no Grupo 2 (redução relativa de 27%. A evolução neurológica foi semelhante nos dois grupos. CONCLUSÃO: Insulinoterapia intensiva com controle mais flexível da glicemia reduz a incidência de hipoglicemia mantendo os benefícios do tratamento.

  12. Estado nutricional de crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda tratados em um Centro de Referência da Região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Araújo de Oliveira

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e os fatores clínicos, laboratoriais e comportamentais associados ao excesso de peso em crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda, tratados em um centro de referência da Região Nordeste do Brasil. MÉTODOS: Estudo de série de casos com 30 sobreviventes de leucemia linfoide aguda. Entre os meses de março e setembro de 2011, foram coletados dados clínicos, comportamentais e laboratoriais. O diagnóstico antropométrico foi realizado em três ocasiões distintas: no momento do diagnóstico, no término do tratamento, e no período pós-tratamento, a partir dos índices altura/idade e índice de massa corporal/idade, segundo a Organização Mundial de Saúde. RESULTADOS: A amostra tinha idade média de 10,2 anos (DP=3,2. Observou-se que 33,3% dos sobreviventes tinham excesso de peso no início e no término do tratamento. No período pós-tratamento, encontrou-se aumento significante do escore-Z de índice de massa corporal/idade, e uma frequência de 43,3% de excesso de peso, além de 16,6% e 35,5% de obesidade abdominal por meio da circunferência da cintura e razão cintura/estatura respectivamente. O crescimento linear foi significativamente diminuído quando comparado os escores-Z de altura/idade no início e no término do tratamento. Na análise dos dados laboratoriais, obtiveram-se 52,1% com colesterol total acima do recomendado. Entretanto, 58,3%, 66,7% e 79,2% evidenciaram, respectivamente, Lipoproteína de Alta Densidade e Lipoproteína de Baixa Densidade-colesterol e triglicerídeo na faixa considerada desejável. CONCLUSÃO: Os sobreviventes de leucemia linfoide aguda analisados apresentaram maior risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis uma vez que apresentam frequência importante de excesso de peso, obesidade abdominal e colesterol total elevado.

  13. Colonização e resistência antimicrobiana de Streptococcus pneumoniae isolado em nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda

    OpenAIRE

    Ferreira,Lêda Lúcia M.; Eduardo S. Carvalho; Berezin,Eitan N.; Brandileone, Maria Cristina

    2001-01-01

    OBJETIVO: avaliar a prevalência e os fatores de risco para a colonização nasofaríngea e determinar o padrão de suscetibilidade à penicilina de cepas isoladas da nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda. METODOLOGIA: No período de 16/6/97 a 20/5/98 foram coletados 400 Swabs da nasofaringe de crianças com idade entre três meses e cinco anos que apresentavam quadro clínico de rinofaringite aguda. A identificação do S. pneumoniae foi realizada através do teste de optoquina e solubilidade e...

  14. Gastroenterites e infecções respiratórias agudas em crianças menores de 5 anos em área da região Sudeste do Brasil, 1986-1987: I - Infecções respiratórias agudas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barata Rita de Cassia Barradas

    1996-01-01

    Full Text Available Estudou-se coorte constituída de uma amostra probabilística (N=468 de crianças menores de 5 anos, residentes em 5 áreas do Município de São Paulo, SP (Brasil, acompanhada durante 1 ano, por meio de entrevistas mensais. A pesquisa foi desenvolvida no período de março de 1986 a maio de 1987. Entre as características sociais e econômicas das famílias das crianças estudadas, estão: a mediana da renda familiar "per capita" de um salário-mínimo da época; b 29,3% das crianças tinham pais migrantes com tempo médio de fixação no Município de São Paulo de 18,6 anos; c 40% das famílias utilizavam exclusivamente serviços de saúde públicos ou filantrópicos. Das crianças estudadas, 87,3% eram eutróficas; 94% haviam recebido todas as doses de vacina preconizadas pelo Programa Nacional de Imunizações; 90,6% nunca haviam sido internadas em conseqüência de infecção respiratória aguda (IRA. Durante a investigação foram identificados 554 episódios de IRA, com uma duração média de 6,8 dias, e uma incidência de 11,08 episódios por 100 crianças/mês. O grupo etário mais atingido foi o dos menores de 1 ano. Em 36,1% dos casos de IRA identificados, verificaram-se eventos semelhantes no mesmo domicílio, sendo que em 53% desses episódios o caso-índice foi uma criança menor de 6 anos. Quanto ao tipo de atendimento, em 45,7% dos episódios as crianças foram tratadas pelas próprias mães, 6,9% recorreram a farmacêuticos, 46,7% foram atendidas em diferentes tipos de ambulatórios e somente 4 casos (0,7% necessitaram tratamento hospitalar, com um deles evoluindo para óbito. As medidas terapêuticas mais utilizadas entre os casos que demandaram assistência médica foram a antibioticoterapia e os expectorantes. Alguns fatores socioeconômicos e antecedentes pessoais, tais como condições habitacionais, aglomeração intradomiciliar assim como antecedentes de doenças respiratórias, mostraram-se associados à incid

  15. Indicações em transplante de células-tronco hematopoéticas em pacientes adultos com leucemia linfoide aguda Indications for hematopoietic stem cell transplantation in adults in acute lymphoblastic leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Aparecida Zanichelli

    2010-05-01

    Full Text Available Na leucemia linfoide aguda (LLA, a proliferação, acúmulo e infiltração de células imaturas caracterizam uma entidade heterogênea, apresentando ampla diversidade de aspectos clínicos e biológicos. Na LLA do adulto, a concentração de fatores prognósticos de alto risco, como o imunofenótipo B, alterações cromossômicas e, principalmente, a presença do cromossomo Ph positivo. Considerações a respeito da alta morbidade e mortalidade relacionadas ao transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH têm gerado controvérsias quanto à indicação desta modalidade terapêutica, nos pacientes adultos com LLA em primeira remissão (1ª RC. Os resultados da terapia convencional com quimioterapia, diante dos diferentes grupos de risco em pacientes com LLA, têm sido utilizados para a indicação de TCTH. Apresentamos o algoritmo de indicações do transplante de células-tronco hematopoéticas em pacientes adultos com LLA.In acute lymphoblastic leukemia, accumulation and proliferation of immature cells infiltration characterise a heterogeneous entity, featuring a wide variety of clinical and biological aspects. In the adult LLA concentration of high-risk prognosis factors such as age, B-cell, chromosomic changes, and chiefly the presence of chromosome positive Ph. Considerations of high morbidity and mortality rates related to haematopoietic stem cell transplantation (TCTH have generated controversy about this therapeutic modality in adult patients with LLA in first remission (1st RC. The results of conventional therapy with chemotherapy in contrast with different risk groups of patients with LLA, has been used for the indication of TCTH. Thus we present the algorithm indications of haematopoietic stem cell transplantation in adult patients with LLA. Rev.

  16. Participação do Mycoplasma pneumoniae na etiologia de infecções respiratórias agudas em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcyone A. Machado

    1991-03-01

    Full Text Available Para avaliar a participação etiológica do Mycoplasma pneumoniae em infecções respiratórias agudas, o isolamento dessa bactéria foi tentado em secreções do aparelho respiratório de 64 pacientes (média 24 anos com quadro respiratório aguda Foi realizada, também, a pesquisa de anticorpos específicos anti-M. pneumoniae através da reação de fixação do complemento (FC e da reação de contra-imunoeletroforese (CIE. O M. pneumoniae não foi isolado. O diagnóstico presuntivo de infecção pelo M. pneumoniae foi feito pela FC em 3,1% (2/64 e pela CIE em 1,6% (1/64 dos pacientes. Paralelamente, em 200 indivíduos sadios, os mesmos testes sorológicos foram realizados, sendo o índice de positividade de 4% (8/200 pela CIE e de 1% (2/200 pela FC. Apesar das aiscrepâncias observadas entre os dois métodos sorológicos, a FC parece ser indicada para diagnóstico da infecção, sendo a CIE recomendada nas avaliações soroepidemiológicas. Com base nos dados do nosso estudo, a prevalência das infecções respiratórias pelo M. pneumoniae parece ser baixa em nosso meio.Mycoplasma pneumoniae isolation was attempted in respiratory fluids from 64 patients with respiratory infection Complement fixation test (CF and counter- immunoelectrophoresis (CIE were used for Mycoplasma antibody detection using the patient sera. Mycoplasma pneumoniae was not isolated. Serologic diagnosis were positives in 3,1% (2/64 by CF test and 1,6% (1/64 by CIE. Serologic tests done in 200 health controls showed 4% (8/200positives by CIE and 1 % (2/200 by CF. The results showed differences in sensitivity among the serologic tests. CF seems to be more indicated for Mycoplasma infection diagnosis while, CIE could be used for Mycoplasmas serosurveys. The prevalence of Mycoplasma pneumoniae infections was low (3,1% in the 64 patients during our study period.

  17. Tratamento homeopático da hepatotoxicose aguda induzida por tetracloreto de carbono em coelhos Homeopatic treatment of acute carbon tetrachloride induced hepatotoxicity in rabbits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Ribeiro Moncorvo

    1998-09-01

    Full Text Available Quinze (15 coelhos (Oryctolagus cuniculus foram submetidos à intoxicação pelo tetracloreto de carbono na dosagem de 0,5 ml/kg de peso corporal, dose única, administrado por sonda gástrica. Foram realizadas as dosagens de alanina amino transferase (ALT, aspartato amino transferase (AST, fosfatase alcalina (FA e gama glutamil transferase (GGT antes e durante o experimento. Vinte e quatro (24 horas após a intoxicação, os coelhos foram divididos aleatoriamente em três grupos de 5 animais. Cada grupo recebeu um tratamento diferente durante 13 dias. O grupo I foi tratado com tetracloreto de carbono diluído na 30ª centesimal hahnemanniana (30 CH, uma vez ao dia. O grupo II recebeu Phosphorus 30 CH, também uma vez ao dia. O grupo III desempenhou o papel de controle, recebendo diariamente uma dose de placebo, pelo mesmo período de tempo que os grupos anteriores. Os resultados das concentrações séricas de ALT, AST, GGT e FA foram submetidos à análise estatística. A variação da concentração de todas as enzimas foi significativa entre os dias, mas nem todas variaram significativamente entre os grupos considerados. O tetracloreto de carbono 30 CH foi capaz de acelerar a recuperação do quadro de hepatite tóxica aguda determinada pela redução dos níveis de ALT. O tratamento com Phosphorus 30 CH mostrou-se incapaz seja de reverter o quadro de hepatite tóxica, seja de acelerar a regeneração hepática.Fithteen (15 New Zeland and Californian rabbits (Oryctolagus cuniculus were submitted to intoxication with carbon tethracloride in a dose 0/0.5 ml/kg, once a day, administred by orogastric sonde. Enzimatic parameters: alanine aminotransferase (ALT, aspartate aminotransferase (AST, alkaline phosphatase and gamma-glutamyltransferase of those rabbits were tested before and during the experiment. After the intoxication, the rabbits were divided in three groups of five animals. Each group received differents treatments during 13 days. The

  18. Acute primary cutaneous Nocardia asteroides infection in a patient with systemic lupus erythematosus. Case report Infecção primária cutânea aguda por Nocardia asteroides em paciente com lupus eritematoso sistêmico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge O. Lopes

    1995-12-01

    Full Text Available We report a case of acute primary cutaneous infection of traumatic origin caused by Nocardia asteroides, appeared as cellulitis in a patient with systemic lupus erythematosus. Diagnosis was established by direct examination and cultures from aspirate specimens. The clinical forms of Nocardia infections that affect the skin, reported in Rio Grande do Sul and Uruguay, are discussed.Relatamos um caso de infecção primária cutânea aguda de origem traumática, causada por Nocardia asteroides, que manifestou-se como celulite em paciente com lupus eritematoso sistêmico. O diagnóstico foi feito pelo exame direto e cultivos do aspirado da lesão. São discutidas as formas clínicas das infecções por Nocardia que afetam a pele, relatadas no Rio Grande do Sul e no Uruguai.

  19. Diarréia aguda grave associada à Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC: características clínicas e perdas fecais em lactentes hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oliva C.A.G.

    1997-01-01

    Full Text Available Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC tem sido o agente enteropatogênico mais freqüentemente isolado nas fezes de lactentes, de baixo nível socioeconômico, hospitalizados com diarréia aguda grave, na cidade de São Paulo. OBJETIVOS. 1 Analisar as características clínicas de lactentes do sexo masculino, hospitalizados com diarréia aguda grave associada à EPEC; 2 quantificar suas perdas fluidas fecais, ingestão de fórmulas alimentares e variações de peso corporal durante a evolução intra-hospitalar. CASUÍSTICA E MÉTODOS. Estudaram-se 38 lactentes do sexo masculino. Foram avaliadas as características clínicas e epidemiológicas dos pacientes e a freqüência dos diferentes sorogrupos de EPEC identificados. As crianças foram mantidas em cama metabólica, e balanços metabólicos diários foram obtidos durante toda a duração do quadro diarréico. Os lactentes permaneceram, em média, 5,8 dias em estudo metabólico. Duzentos e vinte balanços diários foram acumulados e analisados. RESULTADOS. O grupo estudado apresentou como principais características clínicas: idade inferior a 12 meses, peso insuficiente ao nascer; desmame precoce e formas graves de desnutrição protéico-calórica. O sorogrupo O111 foi o mais freqüentemente identificado (68,4%, sendo a idade dos pacientes com tal agente significativamente maior que a dos portadores do sorogrupo O55. A média dos volumes fecais diários foi de 66mL/kg/dia, havendo diferenças segundo dias de estudo. A média de ingestão diária de fórmulas alimentares foi de 85,2mL/kg/dia. Leite de vaca foi a dieta mais precocemente utilizada e as crianças que dela fizeram uso apresentaram volumes fecais maiores que os que receberam caseinato ou nutrição parenteral e incremento de peso corporal menor que os que utilizaram hidrolisado protéico ou NPT. CONCLUSÕES. Os sorogrupos de EPEC acarretaram perdas fluidas fecais de moderada e grave intensidade nos lactentes

  20. Valor do escore de calcio coronariano para prever a gravidade ou complexidade da doenca arterial coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tayyar Gokdeniz

    2014-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A previsão de gravidade ou complexidade da doença arterial coronariana (DAC é valiosa devido ao aumento do risco de eventos cardiovasculares. Embora a associação entre o escore do cálcio arterial coronariano (CAC, e a gravidade da DAC pelo escore Gensini não tenha sido utilizado, já foi anteriormente demonstrado. Não há informações sobre a associação entre o escore do CAC total e a complexidade da DAC. OBJETIVOS: Investigar a associação entre a gravidade ou complexidade da doença arterial coronariana (DAC, avaliada pelo escore Gensini e SYNTAX (SS, respectivamente, e o escore do cálcio arterial coronariano (CAC, um método não invasivo para avaliação de DAC em pacientes sintomáticos com DAC significativa. MÉTODOS: Duzentos e quatorze pacientes foram incluídos. A pontuação total do CAC foi obtido antes da angiografia. A severidade e complexidade da DAC foram avaliadas pelo escore Gensini e SS, respectivamente. Foram analisadas as associações entre parâmetros clínicos e angiográficos e o escore total do CAC. RESULTADOS: A mediana do escore total do CAC foi de 192 (23,0-729,8, e correlacionou-se positivamente com ambos os escores Gensini (r: 0,299, p 809 para ES > 32 (tercil de SS alto. CONCLUSÃO: Em pacientes sintomáticos com DAC significativa, o escore total de CAC foi independentemente associado com SS e os pacientes com SS > 32 podem ser detectados através de escore Agatston alto.

  1. Encefalopatia hipóxico-isquêmica em recém-nascidos a termo: aspectos da fase aguda e evolução Perinatal hypoxic-ischemic encephalopathy: acute period and outcome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina A. R. Funayama

    1997-01-01

    Full Text Available Noventa e quatro recém-nascidos com encefalopatia hipóxico-isquêmica (EHI, atendidos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto desde 1982, foram avaliados evolutivamente na fase aguda e por período médio de 47 meses. De 43 casos com EHI 1,40 se recuperaram em 96 horas e 3 faleceram. Dos 40 com EHI II, 37,5% se recuperaram até o sétimo dia e demais permaneceram com alterações. Os 11 casos com grau III faleceram até o segundo mês de vida. As crianças com EHI grau I não apresentaram seqüelas motoras. Do grupo com EHI grau II 34,5% apresentaram paralisia cerebral e 17,7% atraso neuromotor. 80% dos casos com sequela apresentaram exame neurológico anormal além do sétimo dia, na fase aguda da EHI. Epilepsia ocorreu em 17,5% dos casos com EHI grau II e somente no grupo com seqüelas motoras. Teste de QI não evidenciou diferença significativa entre os grupos com grau I, II sem seqüelas motoras e o grupo controle. Com esses dados os autores reafirmaram a importância prognostica da evolução da EHI na fase aguda.Ninety four neonates with hypoxic ischemic encephalopathy HIE attended at the University of Ribeirão Preto since 1982 were studied in terms of the neurological alterations during the acute phase and outcome over a mean period of 47 months. From 43 newborns with HIE I, 40 recovered within 96 hours and 3 died. Among 40 infants with HIE II, 37.5% recovered within the first week, and the others continued abnormal beyond the 7th day. All 11 infants with HIE III died before the second month of life. The HIE I group had no motor sequelae. Among the HIE II group, 34.5% showed cerebral palsy and 17.7% neuromotor retardation. 80.0% of those with sequelae persisted abnormal beyond 7th day of life, during the acute phase of the HIE. Epilepsy occurred in 17.5% of cases with HIE grade II, only among those with neuromotor sequelae. The 1Q test did not show statistically significant difference between the HIE I, II without motor sequelae

  2. Renal function and histology after acute hemorrhage in rats under dexmedetomidine action Função e histologia renais após hemorragia aguda em ratos sob ação da dexmedetomidina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Aurelio Marangoni

    2007-08-01

    Full Text Available PURPOSE: About 50 % of indications for dialysis in acute renal failure are related to problems originated during the perioperative period. Intraoperative hemodynamic changes lead to renal vasoconstriction and hypoperfusion. Previous studies have not defined the dexmedetomidine renal role in hemorrhage situations. This study evaluated the effect of dexmedetomidine on renal function and histology after acute hemorrhage in rats. METHODS: Covered study with 20 Wistars rats, anesthetized with sodium pentobarbital, 50 mg. kg-1, intraperitoneal, randomized into 2 groups submitted to 30% volemia bleeding: DG - iv dexmedetomidine, 3 µg. kg-1 (10 min and continuous infusion - 3 µg. kg-1. h-1; CG - pentobarbital. For renal clearance estimative, sodium p-aminohippurate and iothalamate were administered. Studied attributes: heart rate, mean arterial pressure, rectal temperature, hematocrit, iothalamate and p-aminohippurate clearance, filtration fraction, renal blood flow, renal vascular resistance, and histological evaluations of the kidneys. RESULTS: DG showed smaller values of heart rate, mean arterial pressure, and renal vascular resistance, but iothalamate clearance and filtration fraction values were higher. There was similarity in p-aminohippurate clearance and renal blood flow. Both groups had histological changes ischemia-like, but dexmedetomidine determined higher tubular dilatation scores. CONCLUSION: In rats, after acute hemorrhage, dexmedetomidine determined better renal function, but higher tubular dilation scores.OBJETIVO: Cerca de 50% de indicações de diálise em insuficiência renal aguda vêm de problemas do perioperatório. Alterações na hemodinâmica intra-operatória levam a vasoconstrição renal e hipoperfusão. Estudos prévios não definiram o papel renal da dexmedetomidina em hemorragia. Foram estudados os efeitos da dexmedetomidina na função e histologia renais, em ratos, após hemorragia aguda. MÉTODOS: Estudo encoberto

  3. Efeitos sedativos e cardiovasculares do midazolam e do diazepam, associados ou não a clonidina, em pacientes submetidos a estudos hemodinâmicos por suspeita de doença arterial coronariana Sedative and cardiovascular effects of midazolam and diazepam alone or combined with clonidine in patients undergoing hemodynamic studies for suspected coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jedson dos Santos Nascimento

    2007-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A sedação durante a cineangiocoronariografia tem sido pouco estudada e saber qual é a melhor droga para sedar esses pacientes é um questionamento importante. OBJETIVO: Avaliar a qualidade da sedação e os efeitos sobre a freqüência cardíaca (FC e a pressão arterial (PA do midazolam e do diazepam, associados ou não a clonidina, em pacientes com suspeita de doença coronariana. MÉTODOS: Foi desenvolvido ensaio clínico prospectivo, duplo-cego, randomizado, controlado, com 160 pacientes divididos em cinco grupos de 32 pacientes cada, de acordo com o fármaco utilizado: grupo C (clonidina 0,5 µg/kg; grupo M (midazolam 40 µg/kg; grupo MC (associação de midazolam 40 µg/kg e clonidina 0,5 µg/kg; grupo D (diazepam 40 µg.kg; e grupo DC (associação de diazepam 40 µg/kg e clonidina 0,5 µg/kg. A sedação foi avaliada com base na escala de Ramsay e no consumo de meperidina 0,04 mg.kg-1. A PA invasiva, a FC e o escore de sedação foram analisados a cada cinco minutos em quatro diferentes momentos. RESULTADOS: Os pacientes que utilizaram midazolam apresentaram maiores escores de sedação e variação da FC e da PA (p 0,05. CONCLUSÃO: O midazolam foi associado a maior efeito sedativo e cardiovascular enquanto o diazepam causou menor efeito sedativo e cardiovascular. A clonidina e o diazepam tiveram efeitos semelhantes na PA, na FC e na sedação.BACKGROUND: Sedation during coronary angiography has been rarely studied, and it is important to know which drug is the best to sedate these patients. OBJECTIVE: To evaluate the quality of sedation and the effects of midazolam and diazepam alone or combined with clonidine on the heart rate (HR and blood pressure (BP of patients with suspected coronary artery disease. METHODS: This is a controlled, randomized, double-blind, prospective clinical study of 160 patients divided into five groups of 32 patients each, according to the drug used: group C (clonidine 0.5 µg/kg; group M

  4. Fatores de risco para doença arterial coronariana em idosos: análise por enfermeiros utilizando ferramenta computacional Factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en ancianos: análisis por enfermeras utilizando herramienta computacional Risk factors for coronary artery disease in the elderly: analysis by nurses using computational tool

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Sidnéia da Silva

    2010-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou analisar a ocorrência dos fatores de risco para doença arterial coronariana em população idosa participante de uma ação comunitária utilizando ferramenta computacional por enfermeiros. Para o desenvolvimento do trabalho utilizou-se uma base de dados coletada em um evento comunitário. As informações se referem a fatores de risco, dados antropométricos, aferição de valores de glicemia, colesterol e pressão arterial, ocorrência de doença cardíaca e outras. A estrutura multidimensional foi elaborada e gerenciada pela ferramenta Analysis Services. A população idosa correspondeu a 40,4% do total, um terço dessa população estava com valores alterados de pressão arterial sistêmica, 53,8% apresentavam índice de massa corporal acima de 25 Kg/m², 40,3% referiram hipertensão e 20,3%, diabetes mellitus. Conclui-se que o controle de fatores de risco para DAC em clientes idosos é essencial e que a tecnologia da informação pode apoiar na tomada de decisões estratégicas de promoção de saúde.Este trabajo tuvo como objetivo analizar la ocurrencia de los factores de riesgo para enfermedad arterial coronaria en la población anciana participante de una acción comunitaria con una herramienta computacional para las enfermeras. Para el desarrollo del trabajo se utilizó una base de datos colectada en un evento comunitario. Las informaciones se refieren a factores de riesgo, datos antropométricos, contraste de valores de glucemia, colesterol y presión arterial, ocurrencia de enfermedad cardiaca y otras. La estructura multidimensional fue elaborada y administrada por la herramienta Analysis Services. La población anciana correspondió a 40,4% del total, un tercio de esta población estaba con valores alterados de presión arterial sistémica, 53,8% presentaban índice de masa corporal arriba de 25Kg/m², 40,4% se referían a hipertensión y 20,3% diabetes mellitus. Se concluye que el control de factores de

  5. Fatores de risco associados à lesão renal aguda em pacientes tratados com polimixina B em um hospital terciário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Fuchs Bahlis

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Introdução: O uso de polimixinas foi praticamente abandonado nos anos 1970 devido as altas taxas de nefropatia. Entretanto, foram reintroduzidas na prática médica devido a sua ação contra bactérias gram negativas resistentes a carbapenemicos. A literatura recente sugere uma taxa de nefropatia mais baixa do que a historicamente reportada. Objetivo: Determinar a incidência de nefropatia associada ao uso de polimixina utilizando os critérios de RIFLE. Métodos: Foi realizada coorte retrospectiva de todos pacientes adultos que receberam polimixina B no Hospital Nossa Senhora da Conceição de dezembro de 2010 até março de 2011. Resultados: 61 pacientes (43% preencheram os critérios de rifle para injúria renal e 28 (13,7% necessitaram de diálise. Preditores independentes para nefrotoxicidade foram hipotensão (OR, 2.79; CI 1.14-5.8; p = 0.006 e uso concomitante de vancomicina (OR, 2.86; CI, 1.27-6.4; p = 0.011. Conclusão: Nessa coorte retrospectiva, nefrotoxicidade (definida pelos criterios de RIFLE ocorreu em 43% dos pacientes tratados com polimixina B. O uso concomitante de vancomicina e hipotensão foram fatores de risco independentes para desenvolvimento de nefropatia. Mais estudos são necessarios, particularmente com polimixina B, para esclarecer se as caracteristicas dessa droga e da colistina são sobreponíveis.

  6. Toxic acute hepatitis associated to the administration of prostaglandin in a dog Hepatite tóxica aguda associada à administração de prostaglandina em cão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Isa Poci Palumbo

    2011-09-01

    Full Text Available Prostaglandin F2? can be used in dogs to increase ejaculate volume in cases of artificial insemination, semen cryopreservation or reproductive biotechnologies. Side effects after administration of PGF2? in dogs as tachycardia, tachypnea, salivation, vomiting, diarrhea and seizures are usually dose- dependent. This paper reports the occurrence of acute toxic hepatitis after the application of PGF2? in a dog, and discusses the importance of using this drug with caution in dogs.A prostaglandina F2? pode ser usada em caes para aumentar o volume do ejaculado em casos de inseminação artificial, criopreservação seminal ou biotecnologias de reprodução. Os efeitos colaterais após a administração da PGF2a, como taquicardia, salivação, emese, diarréia e convulsões geralmente são relacionadas com a dose utilizada. Esse trabalho objetiva relatar a ocorrência de hepatite tóxica aguda após a administração de PGF2a em um cão, e discutir a importância de se utilizar essa droga com cautela nessa espécie.

  7. Pesquisa de Campylobacter jejuni e Campylobacter coli em espécimes fecais de crianças com diarreia aguda e sem diarreia

    OpenAIRE

    Lidiane Azevedo Silva

    2012-01-01

    A doença diarreica aguda é considerada um problema de saúde pública associado a taxas elevadas de morbimortalidade, que acomete, especialmente, a população pediátrica de nível socioeconômico baixo. Entre os agentes bacterianos diarreiogênicos, merece menção Campylobacter, com destaque para as espécies Campylobacter jejuni e Campylobacter coli. Embora a relevância do organismo seja reconhecida, estudos nacionais referentes à sua prevalência são bastante escassos. O objetivo desta investigação ...

  8. Combinação de anlodipino e enalaprila em pacientes hipertensos com doença coronariana Combinación de amlodipino y enalapril en pacientes hipertensos con enfermedad coronaria Combination of amlodipine and enalapril in hypertensive patients with coronary disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Rienzo

    2009-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Pacientes (pts com doença coronariana (DAC estável podem se beneficiar de menor pressão arterial (PA, conforme estudos recentes. OBJETIVO: Avaliar a eficácia e a tolerabilidade da combinação fixa anlodipino + enalaprila, comparada a anlodipino na normalização da PA diastólica (PAD ( 90 e 110 mmHg durante o wash-out de quatro semanas, em uso só de atenolol. Após wash-out randomizamos para combinação (A ou anlodipino (B e seguimos de quatro em quatro semanas até 98 dias. As doses (mg iniciais foram, respectivamente: A- 2,5/10 e B- 2,5, sendo incrementadas se PAD> 85mmHg, nas visitas. Estatística com χ2, Fischer e análise de variância, para pFUNDAMENTO: Pacientes (pts con enfermedad coronaria (EAC estable pueden beneficiarse con una menor presión arterial (PA, de acuerdo con estudios recientes. OBJETIVO: Evaluar la eficacia y la tolerancia de la combinación fija amlodipino + enalapril, comparada a el amlodipino en la normalización de la PA diastólica (PAD (90 y 110 mmHg durante el wash-out de cuatro semanas, en uso sólo de atenolol. Después del wash-out randomizamos para combinación (A o amlopidino (B y seguimos de cuatro en cuatro semanas hasta 98 días. Las dosis (mg iniciales fueron, respectivamente: A- 2,5/10 y B- 2,5, siendo incrementadas si PAD> 85mmHg, en las visitas. Estadística con χ2, Fischer y análisis de varianza, para pBACKGROUND: Patients (pts with stable coronary artery disease (CAD can benefit from a decrease in the blood pressure (BP, according to recent studies. OBJECTIVE: To evaluate the efficacy and tolerability of the fixed combination: amlodipine + enalapril, when compared to amlodipine in the normalization of the diastolic arterial pressure (DAP (90 and 110 mmHg during the four-week wash-out with atenolol treatment alone, were excluded. After the wash-out, pts were randomly distributed for the use of the combination (A or amlodipine (B and were followed every four weeks up to 98 days

  9. Formas agudas de periodontitis

    National Research Council Canada - National Science Library

    Bascones Martínez, Antonio; Pérez Salcedo, L

    2008-01-01

    ..., diferenciándose entre Gingivitis Necrotizante y Periodontitis Necrotizante. Y se añade en la clasificación el grupo de abscesos periodontales. En este artículo de revisión vamos a profundizar acerca de las formas agudas de periodontitis

  10. Acometimento cardíaco em pacientes com doença de Chagas aguda em microepidemia familiar, em Abaetetuba, na Amazônia Brasileira Cardiac attacks in patients with acute Chagas' disease in microepidemic familiar episode, in Abaetetuba City, Brazilian Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Yecê das Neves Pinto

    2001-10-01

    Full Text Available Os autores mostram os principais achados clínicos relativos ao acometimento cardíaco, em pacientes portadores de doença de Chagas aguda em mais um episódio de microepidemia familiar na Amazônia brasileira. Foram estudados 13 pacientes com doença de Chagas aguda, procedentes do município de Abaetetuba-PA e submetidos à avaliação clínica e cardiológica, eletrocardiograma e ecocardiograma. As extra-sístoles supraventriculares e/ou ventriculares ocorreram em 38,5% dos casos. Bloqueios de ramo direito e bloqueios átrio-ventriculares de 1º e 2º graus, foram encontrados em 30,8% dos doentes. Chamam atenção dois achados no ecodopplercardiograma: derrame pericárdico e imagem sugestiva de formação aneurismática em dois pacientes respectivamente. Os achados revelam comprometimento cardíaco agudo, com evidências de miocardiopatia e alterações no sistema de condução do coração, havendo similaridade com a descrição da doença em áreas endêmicas.The authors describe the main clinical findings relative to cardiac involvement, in patients with acute Chagas' disease (CD in yet another familial micro-epidemic episode of CD in Amazon region. Thirteen patients were studied with acute Chagas' disease, resident in the city of Abaetetuba in Pará state; they were submitted to clinical and heart evaluation, with electrocardiograph and echocardiograph exams. Ventricular extrasystole occurred in 38.5% of the cases. Right bundle branch block and 1st and 2nd degree atrioventricular block were found in 30.8% of the patients. Attention is called to two findings in the Doppler echocardiography: pericardiac involvement and an image suggestive of aneurismatic formation in two patients. The findings reveal acute heart disease, with evidence of cardiomyopathy and alterations in the conduction system of the heart, bearing similarity with the description of the disease in endemic areas.

  11. Provável extrusão de núcleo pulposo aguda e não compressiva em um cão: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G.G. Franco

    Full Text Available RESUMO A extrusão discal aguda e não compressiva é caracterizada pela extrusão de caráter agudo/hiperagudo e não compressivo do núcleo pulposo de um disco intervertebral não degenerado. Pode ser chamada de hérnia de disco de baixo volume e alta velocidade ou explosões discais e geralmente está associado a exercícios intensos ou episódios traumáticos. O núcleo pulposo é fortemente forçado através de uma pequena fissura no ânulo fibroso dorsal, provocando uma contusão espinhal. Este relato tem como objetivo apresentar um caso de provável extrusão aguda de núcleo pulposo não compressiva. Foi atendido um cão macho, três anos e seis meses de idade, maltês, pesando 4,1kg. Como queixa principal, o proprietário relatou dificuldade locomotora e dor à manipulação há um dia, sem histórico de trauma. Foi constatada paraparesia não ambulatória de início agudo com ausência de propriocepção e dor superficial em membros pélvicos e dor à palpação epaxial da coluna toracolombar. A ressonância magnética (RM evidenciou extensa área de hipersinal em segmento toracolombar da medula espinhal, sem sinais de compressão medular e de atenuação da intensidade do núcleo pulposo do disco intervertebral L1-L2. Foi feito diagnóstico presuntivo de mielopatia focal não compressiva com edema medular de todo segmento toracolombar, característico de uma extrusão aguda de núcleo pulposo não compressiva. Foi prescrito tratamento com anti-inflamatório esteroidal, analgésico, repouso absoluto e protocolo de reabilitação com acupuntura e fisioterapia. Após sete dias de tratamento, o animal recuperou a sensibilidade dolorosa superficial em membros pélvicos e evoluiu para paraparesia ambulatória. Os resultados deste relato sugerem que a RM pode ser útil para fazer um diagnóstico presuntivo em cães com histórico e sinais clínicos compatíveis. Além disso, o tratamento conservativo em extrusões discais não compressivas

  12. Leucemia promielocítica aguda

    OpenAIRE

    Durigon, Giovanna Steffenello

    2014-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2014. A leucemia promielocítica aguda (LPA) é um subtipo distinto de leucemia mieloide aguda (LMA), caracterizado pela presença de um acúmulo de promielócitos anormais na medula óssea e/ou sangue periférico, com risco de coagulopatia e a presença da translocação recíproca e balanceada entre os cromossomas 15 e 17 t(15;17)(q22;q12) e variantes. ...

  13. Ventilação mandatória intermitente sincronizada versus ventilação com suporte pressórico e volume garantido em coelhos induzidos à hemorragia aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A.C.S. Batista

    2012-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos da ventilação mandatória intermitente sincronizada (SIMV e da ventilação com pressão de suporte e volume garantido (VAPSV sobre os parâmetros cardiorrespiratórios em coelhos anestesiados com propofol e submetidos à hipovolemia aguda. Vinte animais da raça Nova Zelândia foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: GM sob SIMV e GV sob VAPSV. Na medicação pré-anestésica, foram administradas quetamina (15mg/kg e xilazina (1mg/kg intramuscular. O propofol foi administrado na indução (8mg/kg e na manutenção anestésica (0,5mg/kg/min. Em seguida, em cada grupo foi iniciada a modalidade ventilatória. Após 30 minutos da indução, os coelhos foram submetidos à hipovolemia, retirando-se 12mL/kg de sangue arterial. A primeira mensuração das características (M0 foi efetuada 40 minutos após a indução anestésica, seguida de mensurações em intervalos de 10 minutos depois da hipovolemia (M1 a M6. A partir de M3, o débito cardíaco foi maior em GM. Em ambos os grupos, as pressões arteriais e pressão venosa central diminuíram a partir de M1, enquanto a pressão arterial de oxigênio no sangue arterial aumentou a partir de M4. O esforço respiratório foi maior no GV em todos os momentos estudados. Conclui-se que a SIMV e a VAPSV foram seguras quanto à oxigenação arterial, garantindo uma adequada troca gasosa. Contudo, a SIMV mostrou-se a mais indicada em coelhos hipovolêmicos por manter melhor a estabilidade hemodinâmica, com a vantagem de proporcionar menor trabalho respiratório.

  14. Osteopontin expression and its possible functions in the aortic disorders and coronary artery disease A expressão da osteopontina e as suas funções possíveis nas desordens aórticas e doença arterial coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Shi-Min Yuan

    2011-06-01

    level of the patients with coronary artery disease was much lower than those with aortic dissection (P = 0.033 or with aortic aneurysm (P = 0.019. By unparametric tests, there were significant differences in the aortic OPN contents among aortic dissection, aortic aneurysm and coronary artery disease groups (P OBJETIVOS: A osteopontina (OPN está estreitamente associada com os processos de oncogênese e remodelação. Entretanto, essa citocina era raramente avaliada na presença de aortopatias, especialmente na dissecção aórtica aguda. O objetivo do presente estudo foi avaliar a expressão de OPN por meio de abordagens moleculares biológicas, de modo a oferecer uma melhor compreensão dos possíveis mecanismos das aortopatias. MÉTODOS: Pacientes consecutivos com um tipo de dissecção aguda da aorta (20 pacientes, aneurisma da aorta (nove pacientes ou doença arterial coronária (21 pacientes foram incluídos neste estudo. As amostras de sangue depois da heparinização sistemática e de 21 voluntários jovens e saudáveis não apontaram nenhuma evidência de qualquer problema ao serem investigados por ensaio imunoenzimático (ELISA. Os espécimes cirúrgicos dos tecidos aórtica coletados dos pacientes durante as operações foram obtidos para a reação de transcrição reversa quantitativa em tempo real em cadeia da polimerase (RT-PCR para OPN mRNA, técnica de Western blot para a proteína OPN, e imunohistoquímica de OPN. Amostras da aorta de indivíduos saudáveis que morreram de acidente foram obtidos para controle imunohistoquímico. RESULTADOS: Com uso do RT-PCR quantitativo, as expressões de OPN mRNA foram suprarreguladas em todos os três grupos cirúrgicos. Os resultados quantitativos não revelaram quaisquer diferenças intergrupais. Western blot revelou que OPN foi positiva com intensidade semelhante de expressões em todos os três grupos. As análises quantitativas Western blot de expressões OPN não apresentaram significâncias entre os grupos. As

  15. Excesso de peso em crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda: estudo de coorte Excessive weight in children and adolescents surviving acute lymphoid leukemia: a cohort study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Guilherme B. Alves

    2009-01-01

    Full Text Available A leucemia linfoide aguda (LLA é a neoplasia maligna mais comum na infância. A taxa de cura é hoje em torno de 80% e entre os sobreviventes tem sido descrito um aumento de risco de obesidade. Entretanto, não há estudos sobre esse risco em países em desenvolvimento, especialmente naqueles que atravessam um momento de transição nutricional, como o Brasil. O objetivo do estudo foi verificar a frequência de excesso de peso em crianças e adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda. Foi realizado um estudo de coorte retrospectivo com 101 crianças e 19 adolescentes sobreviventes de leucemia linfoide aguda. Todos esses pacientes foram tratados no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP, entre os anos de 1998 e 2002. O seguimento foi de quatro anos e meio, sendo o índice de massa corpórea (IMC calculado no momento do diagnóstico, ao final de tratamento e dois anos após o término da terapia. A idade média do diagnóstico foi de 4,6 (2,1 anos nas crianças e de 12,2 (1,9 anos nos adolescentes. O tempo de tratamento foi de 2,6 (1,0 anos. O IMC aumentou de 16,1 (2,3 para 19,1 (3,5 após o tratamento; pAcute lymphoblastic leukemia (ALL is the most common malignancy of childhood. The cure rate is now about 80% but an increased risk for obesity has been described among survivors. Even so there are no studies reporting this risk in developing countries especially in countries in which the problem of dietary deficiency is rapidly shifting to one of dietary excess. The purpose of this study was to assess the frequency of excessive weight in child and teenage survivors of ALL. A retrospective cohort study was carried out of 101 children and 19 adolescents diagnosed and treated for ALL between 1998 and 2002 in the Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP. The body mass index (BMI was calculated at the time of diagnosis, at the end of therapy and two years later. The mean age at diagnosis was 4.6 (

  16. Estudo epidemiológico e avaliação de fatores de risco da infecção por Toxoplasma gondii e achados clinico-patológicos da infecção aguda em cães admitidos em um Hospital Escola Veterinário

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelita D. Strital

    Full Text Available RESUMO: Esse trabalho teve como objetivo estudar a prevalência e respectivos fatores de risco para infecção do Toxoplasma gondii em cães provenientes de uma população hospitalar. Além disso, avaliou-se as taxas de ocorrência e as repercussões clínico-patológicas da infecção aguda pelo T. gondii nesses animais. Anticorpos foram detectados em 7% (26/386 da população estudada, composta de 386 cães de ambos os sexos e diferentes raças e idades. Somente as variáveis, ingestão de vísceras, origem rural e contato com bovinos apresentaram valores significativos com p<0.05. Adicionalmente os cães de origem rural apresentaram maiores risco (OD=7.00 de infecção do que aqueles de origem urbana. Em 6,5% (25/386 foram detectados títulos de contato (entre 16 e 256; esses títulos não significam necessariamente infecção aguda e sim apenas exposição prévia. É de fundamental importância o reconhecimento da infecção prévia por T. gondii nesses pacientes hospitalares. Dependendo da causa da admissão, mesmo não sendo a toxoplasmose a responsável, o paciente deve receber o tratamento anti-protozoário profilaticamente ou ser monitorado para posterior tratamento em caso de reagudização da enfermidade por recrudescência dos bradizoítos encistados. Apenas um animal (3.44%, 1/386 foi admitido com titulação elevada, o qual pode ser sugestivo de infecção aguda (titulo de 4096. Embora o animal com infecção aguda tenha sido apresentado com sinais neurológicos, cautela é necessária para não extrapolar uma falsa interpretação que a toxoplasmose é a grande responsável por quadros neurológico, uma vez que inúmeros outros casos incluídos nesse estudo tinham manifestações neurológicas e não tinham títulos de infecção aguda, nem mesmo título de contato prévio. A toxoplasmose aguda não foi uma afecção clínica expressiva nessa ambiência hospitalar, no entanto diagnóstico diferencial deve ser feito nos pacientes

  17. Aspergillosis in immunocompromised children acute myeloid leukemia and bone marrow aplasia.: Report of two cases Aspergilose em crianças imunocomprometidas com leucemia mielóide aguda e aplasta de medula óssea: Registro de 2 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Zilda de Aquino

    1994-10-01

    Full Text Available Two cases of Aspergillosis in immunocompromised children are reported. Both were caused by Aspergillns flavus. Early diagnosis and treatment led to the remission of the process. One patient had acute myeloid leukemia; the fungus was isolated from the blood. The other patient with bone marrow aplasia, presented an invasive aspergillosis of the paranasal sinuses with dissemination of fungal infection; the diagnosis was obtained by histology and culture of biopsied tissue from a palatal ulceration.No presente trabalho são registrados dois casos de aspergilose em crianças imunocomprometidas. O estudo micológico completo identificou Aspergillus flavus como agente dos dois processos. A presença cada vez mais frequente da aspergilose invasiva deve-se ao número crescente de pacientes imunocomprometidos, muitos com hemopatias graves submetidos à quimioterapia. O diagnóstico precoce em um dos casos possibilitou remissão do processo. Tratava-se de paciente com leucemia mielóide aguda, tendo sido isolado o fungo do sangue circulante. O segundo caso evoluiu para óbito, com infecção fúngica generalizada.

  18. Avaliação dos pacientes sobre os estressores em uma unidade coronariana Evaluación de los pacientes sobre factores generadores de estrés en una unidad coronaria Assessment of stressors among inpatients of a coronary Care Unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Aparecida Marosti

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: identificar os fatores geradores de estresse para pacientes internados em uma Unidade Coronariana. MÉTODOS: os dados foram coletados através de entrevista com 43 pacientes. Para a avaliação dos estressores foi utilizada uma escala tipo Likert de 4 pontos que avaliou a intensidade do estresse para 42 possíveis estressores, variando de 1 (não estressante a 4 (muito estressante. RESULTADOS: no geral, a média obtida para os itens foi 1,71, caracterizando-os entre não estressantes e pouco estressantes na percepção dos pacientes. Os fatores mais estressantes foram: ter dor, não conseguir dormir, sentir falta do marido/esposa, ver a família por apenas alguns minutos e não poder mexer os braços. CONCLUSÃO: esses resultados podem auxiliar no planejamento da assistência de enfermagem.OBJETIVO: identificar los factores generadores de estrés en pacientes internados en una Unidad Coronaria. MÉTODOS: los datos fueron recolectados a través de una entrevista realizada a 43 pacientes. Para la evaluación de los estresores se utilizó una escala de tipo Likert de 4 pontos que evaluó la intensidad del estrés para 42 posibles estresores, variando de 1 (no estresante a 4 (muy estresante. RESULTADOS: en general, el promedio obtenido para los items fue de 1,71, siendo caracterizados como no estresantes y poco estresantes en la percepción de los pacientes. Los factores más estresantes fueron: tener dolor, no conseguir dormir, sentir falta del marido/esposa, ver a la familia por apenas algunos minutos y no poder mover los brazos. CONCLUSIÓN: estos resultados pueden auxiliar en la planificación de la asistencia de enfermería.OBJECTIVE: This study aimed to identify stress-producing factors of hospitalized patients hospitalized in a coronary care unit. METHODS: Data were collected through face-to-face interviews with 43 patients. The stressors were assessed with a four-point Likert scale, which evaluated stress intensity for 42 possible

  19. Análise da expressão do oncogene PML-RARalfa por PCR quantitativa em pacientes com leucemia aguda promielocítica

    OpenAIRE

    2006-01-01

    O gene de fusão PML-RARα é o mais freqüente marcador molecular da Leucemia Aguda Promielocítica (LAP). Com o objetivo de comparar os métodos moleculares qualitativo e quantivo, avaliar os níveis de expressão do gene correlacionar com características biológicas foram de pacientes com LAP ao diagnostico e pós-consolidação. O RNA total foi extraído a partir de e o cDNA sintetizado por RT-PCR. O gene ABL foi utilizado como controle constitutivo e a análise quantitativa realizada por curva pa...

  20. Estudo preditivo termográfico sistêmico na intoxicação aguda por anestésico local via intraperitoneal em ratos

    OpenAIRE

    Carstens,Angelo Manoel Grande

    2013-01-01

    Resumo: O estudo do valor preditivo termográfico sistêmico na intoxicação aguda por um anestésico local (AL) é de fundamental importância para o aumento da segurança nos procedimentos anestésico-cirúrgicos, pois complicações neurotóxicas e cardiotóxicas estão relacionadas com repercussões na microcirculação e alterações no estado vasomotor e com o aumento da taxa de transferência de calor intercompartimental. O presente estudo experimental teve como objetivo a avaliação do valor preditivo ter...

  1. Evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda em unidade de terapia intensiva Evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda en la unidad de cuidados intensivos The clinical outcome of patients with acute renal failure in intensive care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucienne Dalla Bernardina

    2008-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a evolução clínica de pacientes com insuficiência renal aguda (IRA submetidos a tratamento dialítico e não-dialítico na UTI. MÉTODOS: Estudo prospectivo onde foram incluídos pacientes com idade maior que 18 anos e com creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Os pacientes foram divididos em grupo dialítico e não-dialítico. RESULTADOS: Dos 70 pacientes incluídos 19 (27,1% foram do grupo dialítico e 51 (72,9% do grupo não-dialítico. A taxa de mortalidade foi de 42,1% no grupo dialítico e de 33,3% no grupo não-dialítico (pOBJETIVO: Evaluar la evolución clínica de pacientes con insuficiencia renal aguda (IRA sometidos a tratamiento dialítico y no-dialítico en la UCI. MÉTODOS: Se trata de un estudio prospectivo donde fueron incluídos pacientes mayores de 18 años y con creatinina sérica > 1,5 mg/dl. Los pacientes fueron divididos en grupo dialítico y no-dialítico. RESULTADOS: De los 70 pacientes incluídos 19 (27,1% fueron del grupo dialítico y 51 (72,9% del grupo no-dialítico. La tasa de mortalidad fue del 42,1% en el grupo dialítico y del 33,3% en el grupo no-dialítico (pOBJECTIVE:To evaluate the clinical outcome of acute renal failure (ARF patients when submitted to dialysis and non-dialysis treatments in ICU. METHODS: this prospective study included patients over 18 years of age and serum creatinine of >1.5 mg/dl. The patients were included in dialysis and non-dialysis groups. RESULTS: The study included 70 patients, 19 (27.1% comprised the dialysis group and 51 (72.9% the non-dialysis group. In the dialysis group, mortality rate was 42.1% and in the non-dialysis group was 33.3% (p<0.58. CONCLUSION: There were multifactors of ARF in ICU, but ARF is not the single cause for the high mortality rate in ICU patients.

  2. Efeito vasomotor após intoxicação aguda com bupivacaína e levobupivacaína via intraperitoneal em ratos, analisado por imagem infravermelha digital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angelo Manoel Grande Carstens

    2011-04-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O estudo do efeito vasomotor dos anestésicos locais (AL é de suma importância para a análise da ocorrência de efeitos cardiotóxicos, neurotóxicos e interações medicamentosas. Com a finalidade de encontrar um fármaco mais seguro do que a bupivacaína racêmica, o presente estudo teve por objetivo a análise por imagem infravermelha digital do efeito vasomotor da intoxicação aguda da bupivacaína e da levobupivacaína via intraperitoneal em ratos. MÉTODO: Utilizaram-se 30 ratos machos da linhagem Wistar, alocados em três grupos (n = 10 e submetidos a uma injeção intraperitoneal de AL. No Grupo C (Controle, foi realizada injeção intraperitoneal de soro fisiológico 0,9% 1 mL. No Grupo B (bupivacaína, injeção intraperitoneal de bupivacaína racêmica a 0,5% (R50-S50, dose de 20 mg.kg-1 de peso. No Grupo L (levobupivacaína, injeção intraperitoneal de levobupivacaína a 0,5%, excesso enantiomérico (S75-R25 em dose de 20 mg.kg-1 de peso. Procedeu-se à filmagem termográfica contínua desde o momento da pré-injeção até 30 minutos após a injeção. Os resultados das filmagens foram analisados em forma gráfica, verificando-se a temperatura máxima de cada rato e a temperatura média do sistema que abrigava o animal. RESULTADOS: Os resultados da análise gráfica revelaram que não houve diferença entre o Grupo L e o Grupo C, e a temperatura média permaneceu estável durante todo o experimento em ambos os grupos. No Grupo B, houve um fenômeno de aumento de temperatura após a injeção intraperitoneal de bupivacaína. CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram que o efeito vasomotor da toxicidade aguda da levobupivacaína foi semelhante ao Grupo C com soro fisiológico, por meio de estudos macroscópicos por filmagem digital infravermelha, e que houve alterações vasomotoras (vasoconstrição com a intoxicação por bupivacaína em relação ao Grupo C e em relação ao Grupo L.

  3. Alterações histopatológicas pulmonares em pacientes com insuficiência respiratória aguda: um estudo em autopsias Pulmonary histopathological alterations in patients with acute respiratory failure: an autopsy study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre de Matos Soeiro

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Apresentar alterações histopatológicas pulmonares encontradas em autopsias de pacientes falecidos por insuficiência respiratória aguda (IRA e verificar se doenças de base e específicos fatores de risco associados aumentam a incidência dessas alterações. MÉTODOS: Foram revisados laudos finais de autopsias e selecionadas 3.030 autopsias de pacientes > 1 ano de idade, com infiltrado pulmonar radiológico, portadores de doença de base e fatores de risco associados, que morreram por alterações pulmonares decorrentes de IRA. RESULTADOS: As principais alterações histopatológicas pulmonares causadoras de morte imediata foram: dano alveolar difuso (DAD; edema pulmonar; pneumonia intersticial linfocítica (PIL e hemorragia alveolar. As principais doenças de base encontradas foram: AIDS; broncopneumonia; sepse; cirrose hepática; tromboembolismo pulmonar; infarto agudo do miocárdio (IAM; acidente vascular cerebral; tuberculose; câncer; insuficiência renal crônica e leucemia. Os principais fatores de risco associados foram: idade > 50 anos; hipertensão arterial; insuficiência cardíaca congestiva; doença pulmonar obstrutiva crônica e diabetes mellitus. Pacientes com esses fatores de risco e AIDS apresentaram alta probabilidade de desenvolver PIL; pacientes com esses mesmos fatores, de desenvolver DAD, se portadores de sepse ou cirrose hepática; pacientes com tromboembolismo e os mesmos fatores de risco, de desenvolver hemorragia alveolar; pacientes com esses fatores de risco e IAM, de desenvolver edema pulmonar. CONCLUSÕES: Os achados pulmonares em pacientes com óbito por IRA apresentaram quatro padrões histopatológicos: DAD, edema pulmonar, PIL e hemorragia alveolar. Doenças de base e específicos fatores de risco associados correlacionaram-se positivamente com determinados padrões histopatológicos detectados à autópsia.OBJECTIVE: To present the pulmonary histopathological alterations found in the autopsies of

  4. Análise da atividade da enzima conversora da angiotensina na hipertrofia aguda do ventrículo direito em modelo experimental de estenose endovascular ajustável do tronco pulmonar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RABELLO Renato Rocha

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A bandagem do tronco pulmonar (TP tem sido aplicada para treinamento do ventrículo esquerdo (VE em pacientes portadores de transposição das grandes artérias (TGA com septo íntegro. Este procedimento, além de apresentar alta morbi-mortalidade, pode ocasionar alterações da função ventricular a longo prazo. Com o objetivo de analisar a hipertrofia aguda do ventrículo direito (VD, foi implantado um cateter balão no TP de seis cabritos jovens. MATERIAL E MÉTODOS: A sobrecarga sistólica foi aplicada através de insuflações progressivas do balão, durante 96 horas. Esta hipertrofia foi acompanhada por medidas hemodinâmicas diárias, através de cateteres implantados na aorta, VD e TP, além de ecocardiogramas seriados a cada 24 horas, com medidas das espessuras do septo interventricular e dos ventrículos. Ao final das 96 horas, os animais foram mortos para remoção dos corações. Os ventrículos e o septo foram pesados separadamente. Foram colhidas biópsias musculares de cada câmara para análise da atividade da enzima conversora da angiotensina (ECA. Oito cabritos (idade e peso semelhantes foram utilizados como controle para os pesos dos ventrículos e para a atividade da ECA. RESULTADOS: Observou-se um aumento do gradiente VD/TP (p=0,001, com conseqüente aumento da razão VD/VE (p=0,005 durante o tempo de sobrecarga sistólica. Ao fim do protocolo, a parede livre do VD apresentou aumento de espessura (p=0,002 e, conseqüentemente, um aumento do peso indexado (p=0,002. A análise da atividade da ECA revelou aumento somente no músculo do VD hipertrofiado (p=0,002. CONCLUSÃO: O cateter balão foi eficiente em induzir a hipertrofia aguda do VD através do protocolo utilizado. Conseqüentemente, um aumento expressivo da atividade da ECA está associado ao processo de hipertrofia miocárdica induzida por sobrecarga pressórica.

  5. Sinvastatina e lesão renal aguda isquêmica em ratos Simvastatina y lesión renal aguda isquémica en ratas Simvastatin and acute ischemic renal injury in rats

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Akemi Shibuya Teshima

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O estudo visou verificar a ação renoprotetora da sinvastatina em modelo animal de isquemia/reperfusão por 30 minutos. MÉTODOS: A isquemia foi obtida por meio do clampeamento dos pedículos renais bilaterais por 30 minutos, seguida de reperfusão. Ratos Wistar, machos foram usados pesando entre 250-300g, distribuídos nos seguintes grupos: SHAM (controle, sem clampeamento renal; Isquemia (isquemia renal por 30 minutos; Isquemia+Estatina (sinvastatina 0,5 mg/kg, via oral durante três dias. A função renal (clearance de creatinina, método de Jaffé, a osmolalidade urinária, os peróxidos urinários foram avaliados. RESULTADOS: Os resultados mostraram que a estatina melhorou a função renal, a osmolalidade urinária e reduziu a excreção de PU. CONCLUSÃO: Em síntese, o estudo confirmou o efeito renoprotetor da estatina, com ação antioxidante de proteção renal.OBJETIVOS: El estudio tuvo como objetivo verificar la acción renoprotectora de la simvastatina en modelo animal de isquemia/reperfusión por 30 minutos. MÉTODOS: La isquemia se obtuvo por medio del pinzamiento de los pedículos renales bilaterales por 30 minutos, seguida de la reperfusión. Fueron usadas ratas Wistar, machos que pesaban entre 250-300g, distribuidos en los siguientes grupos: SHAM (control, sin pinzamiento renal; Isquemia (isquemia renal por 30 minutos; Isquemia+Estatina (simvastatina 0,5 mg/kg, via oral durante tres días. Fueron evaluadas la función renal (clearance de creatinina, método de Jaffé, la osmolaridad urinaria y los peróxidos urinarios. RESULTADOS: Los resultados mostraron que la estatina mejoró la función renal, la osmolaridad urinaria y redujo la excreción de PU. CONCLUSIÓN: En síntesis, el estudio confirmó el efecto renoprotector de la estatina, con acción antioxidante de protección renal.OBJECTIVES: The study aimed to verify the protective renal action of simvastatin in an animal model of ischemia / reperfusion for 30

  6. Diarréia aguda em crianças menores de um ano: subsídios para o delineamento do cuidar Diarrea aguda en niños menores de un año: subsidios para el delineamiento del cuidado Acute diarrhea in lesser Children of one year: subsidies for the delineation of taking care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivonete Vieira Pereira

    2008-06-01

    Full Text Available Estudo quantitativo observacional descritivo, teve como fonte de dados o inquérito epidemiológico, para determinar as razões da elevada prevalência de doenças diarréicas agudas em menores de um ano em Ananindeua, Pará. A amostra foi constituída pelas famílias cadastradas no Programa Saúde da Família. Constatou-se que os fatores sócio-econômico-culturais influenciaram na ocorrência de diarréia, pois quanto menores a idade da mãe e a escolaridade maior a prevalência da doença. Esta população vive em área de ocupação, sem saneamento básico, com lixo e dejetos a céu aberto, estando abaixo da linha de pobreza. Quanto ao desmame precoce, observou-se introdução de água e chás nos primeiros 15 dias e de leite artificial no primeiro mês, havendo resistência para utilizar soro oral. Realizavam tratamento caseiro. Conclui-se que, além da reversão dos fatores estruturais, é necessário incluir questões culturais, educativas para uma política pública de cuidar.El estudio es cuantitativo del tipo observacional descriptivo tuvo como fuente de datos la pesquisa epidemiológica, para determinar las razones del elevado predominio de enfermedades diarreicas agudas en menores de un año en Ananindeua, Pará. La muestra fue constituida por las familias registradas en el Programa Salud de la Familia. Los factores socioeconómicos y culturales determinaron la presencia de diarrea, ya que cuanto menor la edad de la madre y la escolaridad mayor fue el predominio de diarrea. Esta población vive en área de ocupación, sin saneamiento básico, con basura y desechos al aire libre, estando abajo de la línea de pobreza. En cuanto a la precoz suspensión de amamantar, se observa la introducción de agua, en los primeros 15 días y leche artificial en el primer mes, teniendo resistencia para utilizar el suero oral y tratamientos llevados por los vigilantes. Se concluye que además de reversión de los factores estructurales, es necesario

  7. Relation between stressors and sociodemographic and clinical characteristics of patients hospitalized at a coronary unit Relación entre estresores y características sociodemográficas y clínicas de pacientes internados en una unidad coronaria Relação entre estressores e características sócio-demográficas e clínicas de pacientes internados em uma unidade coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Aparecida Marosti

    2006-10-01

    estressores dos pacientes internados em uma unidade coronariana com suas características sociodemográficas e clínicas. Foram entrevistados 43 indivíduos internados em um hospital de grande porte. Para a avaliação dos estressores, foi utilizada escala tipo Likert de 4 pontos que avaliou a intensidade do estresse para 42 possíveis estressores, variando de 1 (não estressante a 4 (muito estressante. Foram coletados dados para a caracterização sociodemográfica, clínica e relativos à unidade coronariana. Para análise dos dados foi utilizada estatística não-paramétrica com os testes de Mann-Whitney e de Kruskal Wallis e teste de correlação de Spearman. O nível de significância adotado foi de 0,05. Constatou-se maior estresse entre os pacientes mais jovens, do sexo feminino, não medicados com psicoterápicos, com presença de mais de dois equipamentos e sem internação anterior nesse tipo de unidade de tratamento intensivo.

  8. Tomografia computadorizada na avaliação da aspergilose pulmonar angioinvasiva em pacientes com leucemia aguda Computed tomography in the assessment of angioinvasive pulmonary aspergillosis in patients with acute leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Carneiro Leão

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi avaliar os principais achados na tomografia computadorizada de pacientes portadores de leucemia aguda complicada com aspergilose pulmonar angioinvasiva. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram estudadas, retrospectivamente, as tomografias computadorizadas de 19 pacientes, avaliando-se a presença de consolidações, nódulos e massas, com ou sem sinal do halo, escavação e sinal do crescente aéreo. RESULTADOS: Áreas de consolidação foram o achado mais comum, ocorrendo em 12 dos 19 casos. A maioria delas apresentou o sinal do halo, enquanto escavação foi encontrada em 5 dos 12 casos com consolidações, sendo um deles com sinal do crescente aéreo. Nódulos e massas ocorreram em, respectivamente, seis e quatro casos, a maioria com sinal do halo. Escavação foi encontrada em apenas um caso de massa. Outros achados observados foram pavimentação em mosaico (dois casos, áreas de vidro fosco esparsas (três casos e envolvimento pleural (sete casos, sob a forma de derrame ou espessamento. CONCLUSÃO: Áreas de consolidação, massas ou nódulo, mesmo solitário, com sinal do halo, quando vistos na tomografia computadorizada em um contexto clínico apropriado, são altamente sugestivos de aspergilose angioinvasiva.OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate the main findings of computed tomography in patients presenting acute leukemia complicated by angioinvasive aspergillosis. MATERIALS AND METHODS: Computed tomography images of 19 patients were retrospectively studied for the presence of consolidations, nodules and masses, with or without presentation of halo sign, cavitation and air crescent sign. RESULTS: Consolidation was the most frequent finding, occurring in 12 of the 19 cases, most of them presenting the halo sign; cavitation was found in 5 of 12 cases, one of them with air crescent sign. Nodules and masses occurred respectively in six and four cases, most of them with halo sign. Cavitation was found

  9. Detecção de ácidos nucleicos em tecidos de gerbils submetidos à infecção aguda por Neospora caninum Detection of nucleic acids in tissues of gerbils submitted to acute infection with Neospora caninum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Toscan

    2012-10-01

    Full Text Available Neospora caninum é um protozoário de grande importância na pecuária, por determinar problemas reprodutivos principalmente em bovinos. Os gerbils (Meriones unguiculatus podem atuar como modelos experimentais para reproduzir a neosporose aguda de bovinos. Neste trabalho, foram formados dois grupos de gerbils (n=10, inoculados com taquizoítos de N. caninum (cepa NC-1 nas doses de 5x10(6 taquizoítos ml-1 (G1 ou de 5x10(5 taquizoítos ml-1 (G2, doses capazes de induzir infecção aguda. Cérebro, medula espinhal, coração, pulmão, fígado, rins e baço foram coletados e a técnica de PCR foi realizada a partir das amostras de tecidos e órgãos. Na maioria dos animais, o DNA do N. caninum foi detectado pelo menos em cinco tecidos, considerando ambos os grupos (12/20; 60%. No grupo 1, a frequência de detecção de DNA, na totalidade das amostras, foi maior (52/70; 74,28% quando comparada ao grupo 2 (38/70; 54,28%. A partir desses resultados, pode-se afirmar que o protozoário replicou eficientemente após inoculação e se disseminou pelos tecidos. Além disso, demonstrou-se que gerbils podem ser utilizados como modelo de infecção aguda pelo N. caninum, apresentando sinais clínicos da neosporose.Neospora caninum is a protozoan of great importance for livestock, mainly by causing reproductive diseases in cattle. Gerbils (Meriones unguiculatus may be a model to reproduce experimental acute neosporosis of cattle. In this study two groups of gerbils were formed (n=10 and gerbils were inoculated with N. caninum tachyzoites (NC-1 strain at two different doses appropriate to cause acute neosporosis: 5x10(6 tachyzoites ml-1 (G1 or 5x10(5 tachyzoites ml-1 (G2. Brain, spinal cord, heart, lung, liver, kidneys and spleen were collected and PCR was performed using samples of these tissues and organs. DNA of N. caninum was detected in at least five tissues for most animals (12/20; 60% considering both groups. In group 1, the frequency of DNA detection

  10. Estudo fitoquímico e dos efeitos hipolipidêmico e antioxidante do extrato aquoso de amoreira preta (Morus nigra L.) em ratos submetidos à hiperlipidemia aguda /

    OpenAIRE

    Moreira, Tatianne Dias, 1978-; Zeni, Ana Lúcia Bertarello, 1968-; Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Química.

    2015-01-01

    Orientador: Ana Lúcia Bertarello Zeni. Dissertação (Mestrado em Química) - Programa de Pós-Graduação em Química, Centro de Ciências Exatas e Naturais, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau,

  11. Confiabilidade e validade da escala de depressão geriátrica em idosos com doença arterial coronariana Confiabilidad y validez de la escala de depresión geriátrica en adultos mayores con enfermedad arterial coronaria Reliability and validity of the geriatric depression scale in elderly individuals with coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Míriam Ximenes Pinho

    2010-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A prevalência de depressão em portadores de doença arterial coronariana (DAC é alta. A escala de depressão geriátrica (EDG é um instrumento amplamente usado para rastrear a depressão em idosos. No Brasil, as propriedades psicométricas da versão curta ainda não foram adequadamente exploradas. OBJETIVO: Avaliar as propriedades psicométricas da versão curta da EDG em portadores de DAC em ambulatório de cardiologia. MÉTODOS: Estudo transversal que avaliou 209 idosos (≥ 65 anos com DAC utilizando a EDG-15, Cumulative Illness Rating Scale for Geriatrics (CIRS, Brazilian OARS Multidimensional Function Assessment Questionnaire (BOMFAQ e The Cambridge Examination for Mental Disorders of the Elderly (CAMDEX. A consistência interna da EDG-15 foi calculada pelo KR-20. Uma análise fatorial dessa escala foi conduzida. Escores da EDG-15 foram comparados com os diagnósticos de depressão (DSM-IV para a validade de critérios. Na análise de validade concorrente, os mesmos escores foram correlacionados com os das escalas de depressão CAMDEX, Miniexame do Estado Mental (MEEM, Cambridge Cognitive Examination (CAMCOG e BOMFAQ. RESULTADOS: A depressão clínica foi diagnosticada em 35,71% da amostra avaliada de acordo com o DSM-IV. Para o diagnóstico de depressão maior ou distimia, o ponto de corte 5/6 apresentou acurácia moderada (AUROC = 0,84, sensibilidade de 79,92% e especificidade de 78,29%. A consistência interna foi de 0,80. Na análise fatorial, três fatores obtidos explicaram 52,72% da variância total observada. Os escores da EDG-15 correlacionaram-se com os da escala de depressão CAMDEX. CONCLUSÃO: No geral, a EDG-15 apresentou boa confiabilidade e validade (concorrente e de critério. Em settings cardiológicos, seu uso pode auxiliar no rastreamento de quadros depressivos de forma simples e rápida.FUNDAMENTO: La prevalencia de depresión en portadores de enfermedad arterial coronaria (EAC es alta. La escala de

  12. Resposta aguda de variáveis clínicas e funcionais em exercício máximo de contração concêntrica versus excêntrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielli Aguilar Barbosa

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi analisar e comparar as respostas agudas de variáveis clínicas e funcionais, após uma sessão de exercício de força máxima de contração concêntrica versus excêntrica. Foram avaliados 46 indivíduos do sexo masculino, divididos aleatoriamente em dois grupos, conforme o tipo de exercício. Na comparação entre os grupos não houve diferenças significativas. Porém, na análise de cada grupo observou-se aumento da sensação de dor (EVA e da percepção de esforço (escala de Borg e incrementos nas medidas da circunferência da coxa (grupo excêntrico: 10% [p<0,001], 20% [p<0,001] e 30% [p<0,05]; grupo concêntrico: 40% [p<0,01]. Para o algômetro, apenas o grupo concêntrico apresentou menor limiar (p<0,01. Pode-se inferir que estímulos controlados até 100% não são agressivos e limitantes e futuros estudos podem incluir análises de marcadores de lesão.

  13. Dispnéia aguda e morte súbita em paciente com má percepção da intensidade da obstrução brônquica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SOUZA-MACHADO ADEMIR

    2001-01-01

    Full Text Available Asmáticos com doença grave e má percepção da intensidade da obstrução brônquica provavelmente apresentam risco elevado de morte por asma. Os autores descrevem o caso de uma mulher de 52 anos com asma, cujos testes, em um estudo prospectivo para identificação de pacientes com percepção alterada da intensidade da obstrução brônquica, haviam mostrado o escore mínimo da escala visual analógica na presença de VEF1 e PFE matinal reduzidos. Após o estudo, a paciente voltou ao ambulatório sem queixas e com exame físico normal, relatando estar sem uso de nenhuma medicação e, abruptamente, ainda no ambulatório, desenvolveu dispnéia não reversível. A má percepção da intensidade da obstrução brônquica provavelmente concorreu para a insuficiência respiratória aguda e a morte da paciente.

  14. Avaliação da terapia com fluido no período perioperatório da ovariossalpingohisterectomia, em cadelas com piometra e insuficiência renal aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cesar de Carvalho Ferreira

    2010-08-01

    Full Text Available A insuficiência renal aguda foi avaliada em 351 cadelas com piometra, selecionando-se 132 pelos critérios: creatinina > 2,4 mg/dL e/ou ureia > 80 mg/dL e/ou aumentos relativos de 100% de creatinina e/ou ureia séricas, no diagnóstico, 24 horas após a ovariossalpingohisterectomia e na retirada dos pontos. Foi administrado Ringer lactato de sódio até 90 mL/kg/h, durante quatro horas, ou três dias. Os parâmetros avaliados antes e após cada terapia foram: peso, pressão arterial sistólica (PAS, frequência cardíaca, função renal, hemogasimetria arterial, bioquímica sérica e urinária, unidade de remoção de ureia, fração de excreção de eletrólitos e clearance de creatinina. A análise univariada detectou diferença significante (p 1 mL/kg/min; negativo com valores < 1 mL/kg/min e indicador de falência renal grave e ou morte para valores < 0,5 ml/kg/min.

  15. Uso do suporte ventilatório com pressão positiva contínua em vias aéreas (CPAP por meio de máscara nasofacial no tratamento da insuficiência respiratória aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Scarpinella-Bueno M.A.

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO. O objetivo dos autores foi avaliar o efeito da ventilação com CPAP oferecida por meio de máscara nasofacial como método de suporte ventilatório em pacientes com insuficiência respiratória aguda com critérios de indicação para intubação traqueal. CASUÍSTICA E MÉTODO. Foram estudados 11 pacientes com idade média de 41,3 anos em insuficiência respiratória aguda internados na Unidade Respiratória do Hospital São Paulo - Escola Paulista de Medicina. À admissão, era colhida gasometria arterial em ar ambiente e monitorizava-se freqüência respiratória (f, freqüência cardíaca (FC e pressão arterial (PA. Os mesmos parâmetros eram avaliados após oxigenoterapia via máscara facial aberta e com máscara facial de CPAP usando PEEP de 5cm H2O. RESULTADOS. Com o uso de CPAP através de máscara nasofacial, houve melhora significativa dos níveis de PaO2 e diminuição da freqüência respiratória (p<0,05, quando comparados aos valores em ar ambiente e com máscara facial aberta. CONCLUSÃO. Este trabalho permitiu concluir que a máscara facial de CPAP com 5cm H2O foi eficiente em melhorar a oxigenação arterial e diminuir a freqüência respiratória dos pacientes com insuficiência respiratória aguda, proporcionando-lhes maior conforto, constituindo uma medida terapêutica capaz de evitar o suporte ventilatório invasivo.

  16. A eficácia e segurança da fisioterapia respiratória no tratamento da bronquiolite aguda em crianças até 2 anos de idade: revisão sistemática

    OpenAIRE

    Costa, Daniel

    2010-01-01

    Contexto: a bronquiolite aguda é a principal patologia a afectar a criança nos primeiros 2 anos de vida, a fisioterapia respiratória é uma intervenção terapêutica utilizada com a intenção de melhorar o curso desta doença mantendo-se a incerteza sobre a sua eficácia. Objectivo: determinar a eficácia e segurança da fisioterapia respiratória em crianças com menos de 2 anos com bronquiolite aguda. Fontes de Informação: Medline (1966 a Agosto 2010), EMBASE(1990 a Agosto 2010), Pe...

  17. Hepatitis viral aguda

    OpenAIRE

    Héctor Rubén Hernández Garcés; René F Espinosa Álvarez

    1998-01-01

    Se realizó una revisión bibliográfica de las hepatitis virales agudas sobre aspectos vinculados a su etiología. Se tuvieron en cuenta además algunos datos epidemiológicos, las formas clínicas más importantes, los exámenes complementarios con especial énfasis en los marcadores virales y el diagnóstico positivoA bibliographical review of acute viral hepatitis was made taking into account those aspects connected with its etiology. Some epidemiological markers, the most important clinical forms, ...

  18. Gingivitis ulceronecrosante aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo de la Teja-Ángeles

    2015-11-01

    Full Text Available La gingivitis ulcerativa necrosante, conocida por sus siglas en inglés como GUN (anteriormente se le conocía como enfermedad de Vincent o “boca de trinchera” por afectar a soldados en guerra, es una enfermedad poco frecuente.1-6 Se caracteriza por ser una infección aguda y dolorosa en la que las encías sangran, hay necrosis de las papilas interdentales y ataque al estado general.

  19. Consumo de alcool e risco para doenca coronariana na regiao metropolitana de Sao Paulo: uma analise do Projeto GENACIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Pereira Lima

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Examinar a associação entre consumo de álcool e risco para doença coronariana em amostra populacional. MÉTODOS: Estudo transversal, de base populacional, conduzido de janeiro/2006 a junho/2007, na região metropolitana de São Paulo, como parte do estudo internacional (Gender, Alcohol, and Culture: an International Study. Os sujeitos (1.501, sendo 609 homens e 892 mulheres eram residentes da região metropolitana de São Paulo, tinham 30 anos ou mais de idade e foram selecionados aleatoriamente, a partir de amostragem complexa por conglomerados. Todos os indivíduos consentiram em participar da pesquisa. A variável dependente foi risco cardíaco avaliado através do WHO Rose Angina Questionnaire. A análise multivariada consistiu em regressão logística, tendo sido realizado ajuste para uso de tabaco e índice de massa corpórea. RESULTADOS: A taxa de resposta foi 75%. Ser mulher, ter mais idade, ser negro, fumante e ter um índice de massa corpórea elevado, foram associados a maior risco para doença coronariana. Indivíduos que nunca beberam na vida (OR = 2,22 e ex-bebedores (OR = 2,42 tiveram maior risco de doença cardíaca do que aqueles que informaram beber até 19 g de álcool por dia, sem episódios de beber excessivo. Entre os que tiveram episódios de embriaguês observou-se uma tendência a maior risco (OR = 3,95, p = 0,09. CONCLUSÕES: Nossos achados sugerem um menor risco para doença coronariana entre os bebedores moderados. Destaca-se que os estudos que avaliam o impacto do álcool sobre doença cardíaca precisam identificar o padrão de uso de álcool dos sujeitos, visto que este aspecto pode modificar o risco. Políticas públicas são necessárias para reduzir o uso nocivo de álcool e a morbidade a ele relacionada no país.

  20. Concordância no diagnóstico radiológico das infecções respiratórias agudas baixas em crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarria Edgar

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a concordância no diagnóstico radiológico das infecções respiratórias agudas baixas em crianças. MÉTODOS: Sessenta radiogramas do tórax de crianças menores de cinco anos foram avaliados, individualmente, por três médicos: um radiologista pediátrico (RP, um pneumologista pediatra (PP e um pediatra experiente no atendimento de sala de emergência (PE. Todas as crianças tinham procurado atendimento por apresentar um quadro agudo de infecção respiratória com aparente participação pulmonar. Os avaliadores desconheciam os diagnósticos originais, mas receberam uma ficha padrão com dados clínicos e laboratoriais dos pacientes no momento da consulta inicial. As variáveis investigadas foram agrupadas em cinco categorias: a qualidade técnica do filme; b localização da alteração; c padrões radiográficos; d outras alterações radiográficas; e diagnóstico. Utilizou-se a estatística de Kappa para estudar a concordância entre as três duplas possíveis de observadores, aceitando-se os valores ajustados para viés de prevalência (KAVIP. RESULTADOS: Os valores de Kappa totais de cada dupla de observadores (RP x PP, RP x PE e PP x PE foram 0,41, 0,43, e 0,39, respectivamente, o que representa, em média, uma concordância interobservadores moderada (0,41. Em relação às outras variáveis, "qualidade técnica" teve uma concordância regular (0,30; "localização", moderada (0,48; "padrões radiográficos" regular (0,29; "outras alterações radiográficas", moderada (0,43; e "diagnóstico", regular (0,33. Quanto à concordância global intraobservadores, a mesma foi moderada (0,54, com valores menores do que os descritos na literatura. CONCLUSÕES: A variabilidade interobservadores é inerente à interpretação dos achados radiológicos. A determinação do diagnóstico exato das infecções respiratórias agudas baixas nas crianças impõe desafios. Nossos resultados foram similares aos descritos na

  1. Fisioterapia respiratória em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda Respiratory therapy in children with sickle cell disease and acute chest syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandro Valter Hostyn

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Realizar uma revisão sistemática da literatura médica para identificar as técnicas de fisioterapia respiratória aplicadas em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda, bem como descrever seu nível de evidência e recomendação. FONTES DE DADOS: Revisão bibliográfica nos bancos de dados Medline, Lilacs, SciELO e Cochrane no período de 1995 e 2009, com os descritores: "doença falciforme", "síndrome torácica aguda", "fisioterapia", "criança", "inspirometria de incentivo", em português e inglês, excluindo-se os estudos de revisão. Os artigos foram classificados por nível de evidência. SÍNTESE DOS DADOS: Foram encontrados cinco artigos; destes, três utilizaram a inspirometria de incentivo e observaram que ela evita as complicações pulmonares associadas à síndrome torácica aguda (nível de evidência II, II e IV, um deles (evidência II comparou a inspirometria de incentivo com o dispositivo de pressão expiratória, sem diferenças entre ambos. Um artigo utilizou uma rotina de cuidados, incluindo a inspirometria de incentivo (evidência V, e observou redução do tempo de internação hospitalar e do uso de medicação oral para dor. Outro estudo com a ventilação não invasiva para crianças com desconforto respiratório e com incapacidade de realizar a inspirometria de incentivo relatou melhora da oxigenação e do desconforto respiratório (nível de evidência V. CONCLUSÕES: As técnicas de fisioterapia respiratória com dispositivos de inspirometria de incentivo, de pressão expiratória e a ventilação não invasiva podem ser aplicadas em crianças com doença falciforme e síndrome torácica aguda; o nível de recomendação é C.OBJECTIVE: To systematically review the medical literature to identify chest physiotherapy techniques applied to children with sickle cell disease and acute chest syndrome, and to report their level of evidence and recommendation. DATA SOURCE: A bibliographic

  2. Valor prognóstico da hiperglicemia de estresse na evolução intra-hospitalar na coronariopatia aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Passos Pinheiro

    2013-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Na síndrome coronariana aguda (SCA, a hiperglicemia, à admissão hospitalar, está associada à presença de eventos adversos cardiovasculares em pacientes com ou sem diabetes. OBJETIVO: Avaliar o valor prognóstico da hiperglicemia de estresse na evolução intra-hospitalar de pacientes admitidos por SCA. MÉTODOS: Foram incluídos 152 pacientes admitidos, entre setembro de 2005 e fevereiro de 2010, em unidade de dor torácica de hospital terciário com diagnóstico de SCA, que apresentavam valor da glicemia laboratorial na admissão. O grupo I foi formado pelos pacientes com hiperglicemia de estresse, definida por glicemia na admissão > 126 mg/dL em não diabéticos e > 200 mg/dL nos diabéticos, e o grupo II pelos pacientes com níveis glicêmicos inferiores aos níveis estabelecidos. Analisou-se a associação da hiperglicemia e evolução intra-hospitalar. RESULTADOS: A hiperglicemia de estresse associou-se a complicações intra-hospitalares, aumento da idade e gênero feminino. Na análise multivariada, apenas gênero feminino (OR = 2,04; IC95% 1,03 - 4,06, p = 0,007 e complicações intra-hospitalares (OR = 3,65; IC95% 1,62 - 8,19, p = 0,002 se associaram de forma independente à hiperglicemia na admissão. CONCLUSÃO: A hiperglicemia de estresse é fator preditivo independente para complicações intra-hospitalares após SCA em pacientes diabéticos ou não. Os resultados alertam para a necessidade de avaliarmos a glicemia na admissão em todos os pacientes admitidos por SCA, incluindo os não diabéticos, com o intuito de identificarmos os indivíduos com maior risco de complicações.

  3. Associação de diferentes medidas e índices antropométricos com a carga aterosclerótica coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Chagas

    2011-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A associação entre parâmetros antropométricos e carga aterosclerótica ainda não está bem estabelecida e poucos estudos na literatura abordam esse tema. OBJETIVO: Avaliar a associação de diferentes parâmetros antropométricos com a carga aterosclerótica coronariana. MÉTODOS: Participaram do estudo pacientes adultos submetidos à cineangiocoronariografia. Dados sociodemográficos e fatores de risco cardiovasculares foram coletados em um questionário padronizado. Foram medidos peso, altura, circunferência da cintura (CC, circunferência abdominal (CABD, circunferência do quadril (CQ e circunferência do pescoço (CP, com o cálculo do índice de massa corporal (IMC e das relações cintura-quadril (RCQ, circunferência abdominal-quadril (RCABDQ e cintura-altura (RCALT. A carga aterosclerótica coronariana na cineangiocoronariografia foi medida pelo Escore de Friesinger (EF. Aterosclerose significativa foi considerada quando o EF > 5. RESULTADOS: A amostra foi constituída por 337 pacientes, dos quais 213 eram homens (63,2%. A idade média foi de 60,1 ± 10 anos. Somente a RCQ (r = 0,159 e p = 0,003 apresentou correlação linear significativa com a carga aterosclerótica coronariana medida pelo EF. Quando separamos a amostra por gênero, nas mulheres encontramos correlação significativa da RCABDQ (r = 0,238 e p = 0,008 e da RCQ (r = 0,198 e p = 0,028 com o EF. Não se encontrou nos homens correlação entre parâmetros antropométricos e EF. Após os ajustes para as variáveis sexo, idade, HAS, tabagismo e DM, nenhum parâmetro antropométrico foi associado com a carga aterosclerótica coronariana medida pelo EF na amostra total ou separada por gênero. CONCLUSÃO: Nenhum parâmetro antropométrico foi fator de risco independente para a carga aterosclerótica coronariana.

  4. Intervenção Coronariana Percutânea prévia como fator de risco para Revascularização Miocárdica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Ferreira Lisboa

    2012-07-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Intervenção Coronariana Percutânea (ICP vem aumentando na doença arterial coronariana crônica. Consequentemente, cada vez mais pacientes submetidos a Cirurgia de Revascularização Miocárdica (CRM apresentam stent coronariano. OBJETIVO: Avaliar a influência do antecedente de stent coronariano na mortalidade hospitalar após CRM. MÉTODOS: Análise prospectiva com 1.099 pacientes consecutivos submetidos a CRM com circulação extracorpórea, entre maio/2007 e junho/2009. Pacientes sem ICP prévia (n = 938; 85,3% foram comparados com pacientes com ICP prévia (n = 161; 14,6%, utilizando modelos de regressão logística e análise de pareamento de amostras. RESULTADOS: Ambos os grupos apresentavam semelhança em relação aos fatores de risco, exceto pela maior presença de pacientes com angina instável no grupo com ICP prévia (16,1% vs. 9,9%; p = 0,019. A mortalidade hospitalar após CRM foi maior entre os pacientes com ICP prévia (9,3% vs. 5,1%, p = 0,034, e foi semelhante à esperada em relação ao EuroSCORE e ao 2000 Bernstein-Parsonnet score. Na análise com regressão logística multivariada a ICP prévia emergiu como fator de risco independente para mortalidade hospitalar pós-operatória (odds ratio 1,94; IC 95% 1,02-3,68; p = 0,044 tão forte quanto diabetes (odds ratio 1,86; IC 95% 1,07-3,24; p = 0,028. Após o pareamento dos grupos, a mortalidade hospitalar continuou sendo maior entre os pacientes com ICP prévia, com odds ratio 3,46 ; IC 95% 1,10-10,93; p = 0,034. CONCLUSÃO: A ICP prévia em pacientes com doença coronariana multiarterial é fator de risco independente para mortalidade hospitalar após CRM. Tal fato deve ser considerado quando a ICP for indicada como alternativa inicial em pacientes com doença arterial coronariana mais avançada. (Arq Bras Cardiol. 2012; [online].ahead print, PP.0-0

  5. Intoxicação aguda por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos na Região Central do Rio Grande do Sul Acute poisoning by bracken fern (Pteridium aquilinum in cattle in central Rio Grande do Sul, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno L. Anjos

    2008-10-01

    Full Text Available Foram revisados casos de intoxicação por samambaia (Pteridium aquilinum em bovinos de 10 pequenas propriedades rurais de sete municípios da Região Central do Rio Grande do Sul. O estudo abrangeu 6.256 necrospias de bovinos realizadas num período de 43 anos e incluiu 15 necropsias de bovinos que morreram em conseqüência da intoxicação aguda por samambaia. As taxas de morbidade e mortalidade foram 17,9% e a letalidade era virtualmente de 100%. Em 40% das propriedades a doença ocorreu em pequenos surtos afetando vários bovinos; em 60% das propriedades apenas um bovino era afetado. Os principais sinais clínicos incluíam febre (40-42ºC, apatia, salivação e hemorragias, principalmente pelas gengivas, pela cavidade nasal e pelo trato gastrintestinal. Múltiplas petéquias eram observadas nas mucosas e na pele. Ocasionalmente observou-se hematúria e sangue no leite. A doença era invariavelmente fatal após um curso clínico de dois dias. Alterações hematológicas consistiam de leucopenia por neutropenia, anemia normocítica normocrômica e trombocitopenia arregenerativa. Os achados de necropsia incluíam hemorragias de intensidade variável em vários órgãos e infartos no fígado. Tanto as hemorragias quanto os infartos foram confirmados histologicamente; agregados de bacilos e vasos trombosados foram observados em associação com os infartos. Aplasia da medula óssea era um achado consistente nos quatro casos em que esse órgão foi examinado.Cases of acute poisoning by bracken fern (Pteridium aquilinum in cattle from 10 small farms of seven municipalities of the Central Region of Rio Grande do Sul State, Brazil, were reviewed. The study encompassed 6,256 necropsies of cattle considering a 43-year period and included 15 necropsies of cattle dying from acute bracken poisoning. Morbidity and mortality were 17.9% and lethality was virtually 100%. In 40% of the farms the disease occurred in small outbreaks affecting several cattle

  6. Abdome agudo em pós-operatório tardio de apendicite aguda: pode não ser bridas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Castro Fernandes

    2014-10-01

    Full Text Available As ressecções intestinais em países desenvolvidos ocorrem devido às malformações congênitas. Em países em desenvolvimento essas resseções ocorrem por causas potencialmente evitáveis, como invaginação intestinal irredutível, trauma abdominal fechado, volvo de jejuno-íleo, enterocolite necrosante, hérnia inguinal estrangulada e obstrução por bridas pós-operatórias. O volvo intestinal na infância é raro e geralmente de causas iatrogênicas causado, por exemplo, pela presença de grampos soltos a cavidade intestinal após apendicectomia laparoscópica. O volvo de jejuno-íleo pode ser secundário à isquemia nos casos de gastrosquise tratadas com silo ou mesmo pela colocação de banda gástrica pós-laparoscopia, ou ainda pela presença de lipoma mesentérico. Não foi identificado trabalho na literatura recente sobre volvo jejuno-íleo e isquemia e necrose de segmento de alça intestinal. O autores relatam um caso de abdome agudo obstrutivo em criança de 6 anos, em pós-operatório tardio (4 anos de apendicectomia aberta e cuja ressecção de segmento de Alça intestinal foi necessária nas duas oportunidades mas por motivos diferentes. Situações adversas em abdome agudo pós-operatório podem não ser por aderências intestinais, mas por situações mais graves e o cirurgião deve estar preparado para corrigir sua tática operatória.

  7. Dissecção coronariana espontânea: relato de caso Spontaneous coronary dissection: case report

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo J. Ventura Couto

    2007-03-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho é demonstrar o caso de um homem de 62 anos, com quadro de dissecção coronariana espontânea, localizada em 1/3 inicial de coronária circunflexa esquerda, tratado cirurgicamente com revascularização miocárdica. A operação realizada com sucesso demonstra, nesse caso, ser o único meio possível de cura.The purpose of the paper is to demonstrate the case of a 62-year-old man, with spontaneous coronary dissection of the left circumflex artery, treated surgically by myocardial revascularization. The successfully accomplished surgery demonstrates, in this case, to be the only possible way of a cure.

  8. Colonização e resistência antimicrobiana de Streptococcus pneumoniae isolado em nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda Nasopharyngeal colonization and antimicrobial resistance of Streptococcus pneumoniae isolated in children with acute rinofaringitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lêda Lúcia M. Ferreira

    2001-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a prevalência e os fatores de risco para a colonização nasofaríngea e determinar o padrão de suscetibilidade à penicilina de cepas isoladas da nasofaringe de crianças com rinofaringite aguda. METODOLOGIA: No período de 16/6/97 a 20/5/98 foram coletados 400 Swabs da nasofaringe de crianças com idade entre três meses e cinco anos que apresentavam quadro clínico de rinofaringite aguda. A identificação do S. pneumoniae foi realizada através do teste de optoquina e solubilidade em bile. Todas as cepas foram triadas através do disco de oxacilina 1mg, sendo avaliada, posteriormente, a concentração inibitória mínima para penicilina pelo método do E-teste. RESULTADOS: A prevalência da colonização nasofaríngea pelo S. pneumoniae foi de 35%. A análise dos fatores de risco associados à colonização nasofaríngea indicou que as crianças que eram institucionalizadas e que tinham irmãos menores de cinco anos apresentaram uma taxa maior de colonização. A prevalência de cepas não suscetíveis à penicilina foi de 16%. Todas as cepas apresentaram resistência intermediária (0,1mcg/ ml £ CIM £ 1,0 mcg/ ml . Das 19 cepas com resistência à penicilina, 7 tinham resistência intermediária (37%, e duas (11% resistência elevada ao cotrimoxazol. Não foi observada resistência à ceftriaxona, amoxicilina, claritromicina ou cloranfenicol. CONCLUSÕES: Concluímos que a prevalência da colonização nasofaríngea pelo pneumococo, em crianças menores de cinco anos com quadro de rinofaringite aguda, foi de 34,8%; as que eram institucionalizadas e tinham irmãos menores apresentaram uma maior taxa de colonização. A resistência à penicilina ocorreu em 15,6% dos isolados, não sendo detectada nenhuma cepa com resistência elevada. A taxa de resistência bacteriana encontrada foi bastante próxima à encontrada em estudo de infecções invasivas. Este fato sugere que os isolados de pneumococo da nasofaringe de crian

  9. Desempenho da potência anaeróbia em atletas de elite do mountain bike submetidos à suplementação aguda com creatina Anaerobic power output of elite off-road cyclists with acute oral creatine supplementation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Eckhardt Molina

    2009-10-01

    Full Text Available Com o objetivo de investigar os efeitos da suplementação aguda com creatina no desempenho da potência anaeróbia de atletas de elite do mountain bike, 20 atletas em período básico do macrociclo de treinamento foram distribuídos aleatoriamente (duplo-cego em dois grupos: placebo (PLA, n = 10 e creatina (CRE, n = 10. Foram avaliados quanto à composição corporal (pesagem hidrostática e potência anaeróbia (teste de Wingate - TW antes (PRÉ e depois (PÓS de sete dias de suplementação. A creatina ou maltodextrina foi usada em três doses diárias de 0,3g/kg de massa corporal diluídos em meio líquido adoçado. Não foram observadas diferenças significativas nas variáveis morfológicas após sete dias de suplementação (PRÉ x PÓS, e os grupos não diferiram apesar da variação percentual (Δ% contrária (positiva para o grupo CRE e negativa para o PLA. A potência anaeróbia pico (PP e o instante da potência pico (IPP aumentaram e o índice de fadiga diminuiu do PRÉ para o PÓS-testes no grupo CRE, enquanto que o grupo PLA não apresentou diferenças significantes. A PP apresentou forte tendência em ser maior e o IPP foi maior no grupo CRE comparado com o PLA. Conclui-se que existem evidências de que a suplementação com creatina (0,3g/kg em curto prazo (sete dias pode retardar o IPP (CRE 3,0 ± 0,5/3,6 ± 0,8 Δ%= 20% no teste de Wingate em atletas de elite do mountain bike, sugerindo que a suplementação com creatina pode melhorar o desempenho físico quanto à potência anaeróbia durante o trabalho de alta intensidade e curta duração.In order to investigate the effect of a high dose, acute oral creatine supplementation on anaerobic power of male off-road cyclists, twenty elite athletes training at the basic period were randomly (double-blind assigned into 2 groups: placebo (PLA n=10 and creatine (CRE n=10. They were submitted to a body composition evaluation (underwater weighting and Wingate Anaerobic Test (TW before

  10. The role of hematopoietic stem cell transplantation in the elderly patient with acute myeloid leukaemia O papel do transplante de célula-tronco hematopoiética em pacientes idosos com leucemia mielóide aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Attilio Olivieri

    2008-06-01

    Full Text Available Older adults with Acute Myeloid Leukaemia (AML, when compared to younger patients with the same disease, have a poor prognosis and represent a discrete population in terms of disease biology, treatment-related complications, and overall outcome. As a result, older patients require distinctive management approaches. For 85%-95% of older AML patients, any therapy ultimately will be purely palliative. No randomized trial has ever demonstrated that any amount of post-remission therapy in older AML patients provides better outcomes than no post-remission therapy. The only studies demonstrating that long-term Disease Free Survival (DFS is possible in older AML patients have included remission induction and post-remission therapy. For these reasons alternative post-remission strategies, including autologous or allogeneic transplantation have been explored also in people over sixty considered fit for aggressive therapy. Up to now the data available from clinical trials suggest that the stem cell transplant procedure is promising, and can lead to long-term survival, but it is feasible only in a minority of fit elderly patients. The main limits of Autologous Stem Cell Transplantation (ASCT are represented by the low percentage of patients able to mobilize a sufficient amount of stem cells and by the still high relapse incidence after ASCT, especially in those with poor prognostic factors; for these patients the allogeneic transplant procedure, by using non myeloablative conditioning regimens, could offer a better chance of cure, thanks to the Graft versus Leukemia (GVL effect, but there are no prospective trials showing the superiority of any transplant approach over conventional treatment in this subset of patients.Pacientes idosos com leucemia mielóide aguda (LMA, quando comparados com pacientes jovens com a mesma doença, apresentam prognóstico pobre e representam uma população particular em termos biológicos, complicações relacionadas ao

  11. Intoxicação aguda por fluorsilicato de sódio em bovinos no Estado de Santa Catarina Acute sodium fluorsilicate poisoning in cattle in the state of Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joelma Lucioli

    2007-01-01

    Full Text Available Descreve-se um surto de intoxicação aguda por fluorsilicato de sódio em seis bovinos e a reprodução experimental da intoxicação, através da administração de fluorsilicato de sódio a dois animais. O quadro clínico era caracterizado por tremores musculares em todo o corpo, salivação intensa, gemidos e inquietação, com morte rápida. Na intoxicação experimental foi observado também decúbito lateral, com respiração dificultosa, contração tônica e episódios de pedalagem. As lesões macroscópicas principais foram observadas no rúmen e abomaso, consistindo em mucosa difusamente vermelha, com edema de parede e ulceração. Na histologia havia necrose acentuada de segmentos da mucosa ruminal e abomasal, associada a infiltrado de polimorfonucleares na submucosa e muscular. Além de lesões gástricas os bovinos apresentavam necrose portal hepática, degeneração e necrose tubular renal e necrose de folículos linfóides. O fluorsilicato de sódio produziu sinais clínicos com 300mg/kg e morte com 400mg/kg.An acute poisoning with sodium fluorsilicate in six cattle is reported, as well as the experimental reproduction by oral administration of the compound to two bovines. Clinical manifestations of the natural poisoning include muscle tremors, hypersalivation, groaning and rapid death. In the experimental poisoning lateral recumbency, dyspnea, tetanic spasms and paddling was also observed. The main necropsy findings were reddening, edema and ulceration of the ruminal and abomasal mucosa. Histopathological findings were necrosis of the epithelium of the forestomachs with polymorphonuclear infiltration of the submucosal and muscular layers. Tubular renal necrosis, liver portal necrosis and necrosis of the lymphoid tissues was also noted. The sodium fluorsilicate caused clinical signs at a dose of 300mg/kg, and death from 400mg/kg on.

  12. Hepatitis viral aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Héctor Rubén Hernández Garcés

    1998-10-01

    Full Text Available Se realizó una revisión bibliográfica de las hepatitis virales agudas sobre aspectos vinculados a su etiología. Se tuvieron en cuenta además algunos datos epidemiológicos, las formas clínicas más importantes, los exámenes complementarios con especial énfasis en los marcadores virales y el diagnóstico positivoA bibliographical review of acute viral hepatitis was made taking into account those aspects connected with its etiology. Some epidemiological markers, the most important clinical forms, and the complementary examinations with special emphasis on the viral markers and the positive diagnosis were also considered

  13. Acute toxicity and histopathological alterations of Roundup® herbicide on "cachama blanca" (Piaractus brachypomus Toxicidade aguda e alterações histopatológicas induzidas pelo herbicida Roundup® em pirapitinga (Piaractus brachypomus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson F. Ramírez-Duarte

    2008-11-01

    Full Text Available Acute toxicity of the glyphosate -N (phosphonomethyl glycine- herbicide, Roundup®, in juveniles of cachama blanca, (Piaractus brachypomus, was evaluated and the histopathological lesions were assessed. The 96 h lethal concentration 50 was 97.47mg.L-1 (PEste estudo avaliou a toxicidade aguda e as alterações histopatológicas induzidas pelo glifosato -N (fosfometil glicina, na formulação Roundup® em juvenis de pirapitinga (Piaractus brachypomus expostos durante 96 horas. A concentração letal 50 foi de 97.47mg.L-1 (P<0.05. Nas brânquias foram achadas lesões proliferativas e necróticas. No fígado foi observada congestão, processos degenerativos, gotas hialinas e presença de vacúolos lipídicos nos hepatócitos. No estomago e na pele foi detectada hiperplasia ligeira das células de moco. Nesta ultima, adicionalmente foi observado engrossamento da epidermes com lesões necróticas, infiltração de células leucocitárias e acumulação de melanina. No cérebro foram observados focos de degeneração de somas neurais na região do telencéfalo junto com gliose e infiltração de células granulais eosinofilicas/células mast. Concluindo, as brânquias, o fígado, a pele e o cérebro são órgãos suscetíveis ao Roundup®. Adicionalmente, os efeitos sobre o sistema nervoso central poderiam reduzir a olfação nos peixes, tanto como o comportamento grupal e individual, a performance reprodutivo e desta forma, repercutir no nível populacional.

  14. Efeitos da intoxicação por lítio sobre a locomoção de ratos em um modelo animal de insuficiência renal aguda cirurgicamente induzido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bittencourt José Augusto Ferreira

    2001-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O lítio é um metal usado sob a forma de sal para tratamento de episódios agudos de mania e no controle profilático de desordens afetivas bipolares. Pacientes com algum grau de insuficiência renal podem rapidamente sofrer intoxicação por esse fármaco. Nosso objetivo foi verificar a influência da litemia na locomoção em um modelo animal cirurgicamente induzido de insuficiência renal aguda (IRA. MÉTODOS: Foram submetidos 61 ratos Wistar a tratamento com lítio por uma semana previamente a nefrectomia unilateral. Trinta ratos foram induzidos a IRA. Foi administrado lítio ou solução fisiológica aos ratos e após observada sua locomoção e concentração de creatinina sérica. Utilizou-se análise estatítica. RESULTADOS: A creatina apresentou-se elevada nos ratos com IRA. A locomoção foi menor nos ratos com IRA que receberam lítio, havendo relação inversa entre a litemia e a atividade locomotora. CONCLUSÕES: O modelo animal cirúrgico de IRA foi efetivo. Ratos insuficientes renais que receberam lítio apresentaram alterações locomotoras comparados aos demais. O aumento da litemia causa diminuição proporcional na locomoção dos ratos.

  15. Intoxicação aguda e abortos em cobaias pelas favas de Enterolobium contortisiliquum (Leg. Mimosoideae Acute poisoning and abortions in guinea pigs by the pods of Enterolobium contortisiliquum (Leg. Mimosoideae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josiane Bonel-Raposo

    2008-12-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram determinar a toxicidade aguda e o efeito abortivo de favas de Enterolobium contortisiliquum. Em um experimento frutos da árvore foram administrados a 4 grupos de 3 cobaias cada. Outro grupo de 3 cobaias foi utilizado como controle. Para os Grupos 1 e 2 foram administradas 5 e 10g de favas por kg de peso vivo, respectivamente, em doses únicas. Para os Grupos 3 e 4 foram administradas 10 e 15g/kg, respectivamente, divididas em doses diárias de 5g/kg. Uma cobaia do Grupo 2 e uma do Grupo 4 morreram 12 e 18 horas após o final da administração da planta. As lesões macroscópicas consistiam hemorragias no estômago e intestinos delgado e grosso, fígado aumentado e vesícula biliar distendida. Histologicamente, o fígado apresentava severa vacuolização e necrose dos hepatócitos periportais. Em outro experimento, ração contendo 4% de favas de E. contortisiliquum foi administrada a dois grupos de 4 cobaias 35 dias após o acasalamento. Das 8 cobaias, 4 abortaram 6-15 dias após o início da ingestão. As outras 4 cobaias não estavam prenhes. Duas cobaias controle pariram normalmente. Todas as cobaias foram eutanasiadas no final do experimento. Histologicamente, as cobaias que ingeriram as favas apresentaram, no fígado, necrose hemorrágica periportal de moderada a severa. Todos os fetos apresentavam graus variáveis de autólise. Em 4 fetos que foram estudados histologicamente não foram observadas lesões significantes. As lesões agudas observadas nas cobaias são semelhantes às observadas na intoxicação por favas de E. contortisiliquum em bovinos e às da intoxicação experimental com saponinas da árvore.Os resultados do experimento em cobaias prenhes demostram o efeito abortivo de E. contortisiliquum e sugerem que esta espécie pode ser utilizada para estudar o efeito abortivo da planta ou de princípios ativos identificados na mesma.The objective was to study the acute toxicity and the abortive

  16. Morbimortalidade infantil por diarréia aguda em área metropolitana da região Nordeste do Brasil, 1986-1989 Infant morbimortality due to acute diarrhoea in a metropolitan area of northeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilvana de J. do V. Campos

    1995-04-01

    Full Text Available Foi realizado inquérito domiciliar do tipo transversal abrangendo crianças menores de cinco anos residentes em 3 áreas da ilha de São Luís (Brasil: Vila Palmeira, Anjo da Guarda e São José de Ribamar. Aplicou-se um questionário onde se perguntou à mãe ou à pessoa responsável pela criança sobre a presença de diarréia nas duas últimas semanas. Foram realizados dois estudos censitários (maio de 1986 e 1989 e quatro amostragens sazonais (novembro de 1986, 1987 e 1988 e maio de 1989. A prevalência de diarréia foi maior em maio de 1986 e novembro de 1987; São José de Ribamar foi o local de maior prevalência; a distribuição dos casos por idade mostrou maior prevalência entre crianças de 6 a 11 meses e de 1 a 2 anos de idade; a prevalência da diarréia foi maior nas famílias que tinham como destino dos dejetos a maré e fossa negra; que se abasteciam de água de poço descoberto, nas famílias cujos pais eram desempregados e nas que depositavam o lixo na maré. A diarréia foi a principal causa de morte nos dois estudos censitários; a taxa de mortalidade infantil em maio de 1986 foi, respectivamente, de 44,0 por mil em menores de um ano e 12,8 por mil em menores de cinco anos; em maio de 1989 foi de 7,9 por mil e 4,9 por mil. As reduções na morbidade e mortalidade infantil por diarréia aguda entre 1986 e 1989 foram estatisticamente significantes.Six cross-sectional studies involving children under five years of age in three places on S. Luiz island, i.e., Vila Palmeira, Anjo da Guarda and S. José de Ribamar, were performed. A standardized questionnaire on the presence of diarrhoea in the previous 2 weeks was answered by the mothers or by those responsible for the children. Two population based studies (in May 1986 and May 1989 and four sample based surveys (in November of 1986, 1987 and 1988 and in May 1989 were carried out. The prevalence of diarrhoea was highest in May, 1986 and November, 1987. The highest prevalence

  17. Acute diarrhea associated with Salmonella enterica in Belo Horizonte-MG: prevalence and characterization of isolates Diarreia aguda associada a Salmonella enterica em Belo Horizonte-MG: prevalência e caracterização das amostras isoladas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mireille Ângela Bernardes Sousa

    2013-02-01

    Full Text Available Introduction: Acute infectious diarrhea is still regarded as a public health problem associated with a wide range of etiologic agents, from which Salmonella enterica is particularly worth mentioning inasmuch as it is a major cause of inflammatory diarrhea in both developed and developing countries. Objective: To assess the distribution of S. enterica among children with acute diarrhea in Belo Horizonte and to characterize bacterium isolates. Material and methods: The study group comprised a total of 157 children from low socioeconomic background. Stool samples were collected for leukocyte analysis and Salmonella bacterial culture. The isolates were serotyped and evaluated as to antimicrobial susceptibility profile, extended-spectrum β-lactamases (ESBL production, and presence of virulence markers (invA, iroB, and spvC. RESULTS: A total of 5/3.2% children were infected by S. enterica, 3/60% by S. enterica Typhimurium, 1/20% by S. enterica Enteritidis and 1/20% S. enterica subsp. enterica serotype 8.20:z4,z23:-. Fecal leucocytes were detected in two out of five fecal specimens positive for S. enterica. Isolates from three children were resistant to nalidixic acid, nalidixic acid + chloramphenicol, and nalidixic acid + chloramphenicol + ampicillin. ESBL production was not detected. All samples presented invA and iroB genes. spvC marker was observed in isolates from two children infected by S. Typhimurium and S. Enteritidis. Conclusion: The results demonstrate that S. enterica infection is uncommon among children from our region. Furthermore, they indicate the need for periodic monitoring of bacterial antimicrobial susceptibility profile in order to establish suitable antimicrobial therapy when required.INTRODUÇÃO: A diarreia infecciosa aguda é considerada um problema de saúde pública associado a uma ampla gama de agentes etiológicos, entre os quais destaca-se Salmonella enterica, causa importante de diarreia inflamatória em pa

  18. Cariótipo em leucemia mielóide aguda: importância e tipo de alteração em 30 pacientes ao diagnóstico

    OpenAIRE

    Pelloso Luís Arthur Flores; Chauffaille Maria de Lourdes Lopes Ferrari; Ghaname Fabiana Sinnot; Yamamoto Mihoko; Bahia Daniella Márcia Maranhão; Kerbauy José

    2003-01-01

    OBJETIVO: Análise sob o ponto de vista citogenético e clínico de pacientes com LMA. MÉTODOS: Foram estudados 30 pacientes, sendo 16 homens e 14 mulheres. A idade variou de 19 a 84 anos. O diagnóstico baseou-se na classificação OMS, imunofenotipagem e citogenética clássica por banda G. Foram tratados com o protocolo daunorrubicina e citarabina (3+7), com adição de ATRA na Leucemia Promielocítica Aguda. RESULTADOS: A taxa de sucesso de cariótipo foi 84%. De acordo com o cariótipo, os pacientes ...

  19. Hipercalcemia grave como forma de apresentação de leucemia linfoblástica aguda em crianças

    OpenAIRE

    Andreia Luís Martins; Marta Moniz; Pedro Sampaio Nunes; Clara Abadesso; Helena Cristina Loureiro; Ximo Duarte; Helena Isabel Almeida

    2015-01-01

    RESUMO A hipercalcemia é um distúrbio metabólico raro em pediatria, potencialmente fatal, apresentando um vasto diagnóstico diferencial, incluindo neoplasias. Relatamos aqui o caso de uma criança de 3 anos, previamente saudável, admitida no serviço de urgência por fadiga, hiporreatividade, febre e claudicação da marcha com 5 dias de evolução, de agravamento progressivo. À observação, apresentava-se inconsciente (escore de coma Glasgow: 8). Laboratorialmente, apresentava hipercalcemia grave (c...

  20. Fatores ambientais e hospitalizações em crianças menores de cinco anos com infecção respiratória aguda Environmental factors and hospitalization of under-five children with acute respiratory infection

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clovis Botelho

    2003-12-01

    Full Text Available Considerando a hospitalização como um indicador de gravidade da Infecção Respiratória Aguda (IRA, objetiva-se estudar a associação de alguns fatores ambientais com a necessidade de tratamento hospitalar em crianças com diagnóstico de IRA. Foram analisados todos os prontuários de atendimento do Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, das crianças menores de cinco anos, de ambos os sexos, agrupados por mês do atendimento. Obedecendo às características climáticas da região, dois períodos climáticos foram levados em conta: seco (maio a outubro e chuvoso (novembro a abril. As variáveis: temperatura, umidade relativa do ar, o número de focos de calor (queimadas foram cotejadas. A prevalência da IRA foi 49,8%; a necessidade de internação alcançou 7,6%, com percentual de internações maior no período seco. Conclui-se que o período seco e a umidade relativa do ar estão associados com as hospitalizações das crianças estudadas.Considering hospitalization as an indicator of seriousness of acute respiratory infection (ARI, this study focuses on the association between some environmental factors with the need for hospitalization of children with a diagnosis of ARI. The study analyzed all the medical records (at the Municipal Emergency Ward in Cuiabá, Mato Grosso State of children under five years of age (both sexes, collected by month of attendance. Two weather seasons were considered: dry (May-October and rainy (November-April. Variables included: temperature, relative humidity, and number of fires (due to extensive slashing and burning for agriculture in the region. Prevalence of ARI was 49.8%, and hospitalization was required in 7.6% of cases, with a higher percentage during the dry season. The dry season and lower relative humidity were associated with increased pediatric hospitalization rate due to ARI.

  1. Exposições tóxicas agudas em crianças: um panorama Acute toxic exposure in children: an overview

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Bucaretchi

    2005-11-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a literatura das exposições tóxicas em pediatria, excluindo os acidentes por animais peçonhentos. FONTES DE DADOS: Revisão narrativa dos principais trabalhos indexados no MEDLINE, especialmente da última década, incluindo as revisões de consenso baseadas em evidências sobre as medidas de descontaminação gastrintestinal e de aumento da eliminação de agentes tóxicos, estabelecidas em conjunto pela Academia Americana de Toxicologia Clínica e Associação Européia dos Centros de Intoxicação e dos Toxicologistas Clínicos. SÍNTESE DOS DADOS: A exposição tóxica em pediatria é um evento comum, principalmente em crianças abaixo de 6 anos. A letalidade é baixa. Embora amplamente empregadas, não há evidências de que as medidas de descontaminação gastrintestinal e de aumento de eliminação de agentes tóxicos melhore o prognóstico dos pacientes intoxicados. São poucos os antídotos disponíveis e eficazes, sendo alguns de alto custo, e vários não disponíveis no Brasil; seu uso é limitado para indicações precisas. CONCLUSÕES: Não há evidências que apóiem a recomendação do uso do xarope de ipeca e de catárticos, seja no atendimento pré-hospitalar ou nas salas de emergência. O uso de carvão ativado em dose única e da lavagem gástrica, afastadas as contra-indicações, somente deve ser considerado se o procedimento puder ser realizado até 60 minutos da ingestão de doses potencialmente tóxicas ou potencialmente letais. A irrigação intestinal, a administração de carvão ativado em doses múltiplas e a alcalinização urinária podem ser consideradas em situações isoladas. Fomepizol e octreotida são antídotos seguros e eficazes no tratamento das intoxicações graves por álcoois (metanol e etilenoglicol e sulfoniluréias, respectivamente.OBJECTIVE: To review the literature on acute toxic exposure in children, excluding envenomations. SOURCES OF DATA: MEDLINE review (emphasis on the

  2. Intoxicação aguda por metano arsonato ácido monossódico em bovinos Acute poisoning by monosodium methanearsonic acid in cattle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela N. Dantas

    2012-12-01

    Full Text Available O presente trabalho estudou a intoxicação acidental por arsênico em um lote de 24 vacas Girolando, as quais tiveram acesso a pasto pulverizado com herbicida à base de metano arsonato ácido monossódico (MSMA. Os bovinos apresentaram apatia, anorexia e diarreia profusa. Foram necropsiados na fazenda dois animais de 14 que morreram. Os principais achados macroscópicos foram úlceras abomasais e congestão renal. No exame microscópico, as principais lesões observadas foram abomasite e omasite necro-hemorrágica multifocal acentuada e, nos rins, necrose tubular difusa. As concentrações médias de arsênico em vacas com sinais clínicos foram 1,19±0,40, 10,52±2,16 e 76,06±48,37ppm no sangue, leite e fezes, respectivamente. Os níveis de arsênico encontrados em dois animais necropsiados foram 25,58 e 23,85ppm em fígado, e 28,71 e 35,94ppm em rins, respectivamente. No feto de uma vaca necropsiada, os níveis de arsênico mensurados no fígado e rim foram 9,0 e 8,92ppm, respectivamente. A concentração de arsênico no capim do piquete pulverizado foi 111,58ppm. No Brasil, o uso MSMA na composição de pesticidas e herbicidas é permitido somente para uso agrícola, mas não pecuário. A utilização desse ou de outros produtos à base de arsênico na pecuária pode causar altos índices de mortalidade no rebanho, além de diminuição da produção e contaminação de produtos de origem animal.Poisoning by monosodium methanearsonic acid (MSMA is reported in a herd of 24 Girolando cows that were introduced into a pasture sprayed with the herbicide. Clinical signs were apathy, anorexia, and profuse diarrhea. Fourteen cows died and two were necropsied. Abomasal ulcers and renal congestion was observed. Main histologic lesions were multifocal, accentuated, necrotizing and hemorrhagic abomasitis and omasitis, and tubular necrosis in the kidneys. Mean arsenic concentrations in cows with clinical signs were 1.19±0.40, 10.52±2.16, and 76.06

  3. ANEMIA AGUDA DE NOVO: O MESMO SINAL, DIFERENTES ETIOLOGIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inês Falcão

    2015-12-01

    Conclusão: Na investigação etiológica de uma anemia aguda grave é fundamental a sua caracterização correta com base em todos os parâmetros hematológicos disponíveis. O diagnóstico assertivo é fundamental, atendendo às diferentes implicações no que diz respeito à abordagem, orientação e prognóstico.

  4. Uso do exercício resistido antagonizado por naloxone como fator de analgesia em sinovite aguda de joelho de ratos Wistar

    OpenAIRE

    Gladson Ricardo Flor Bertolini; Camila Thieime Rosa; Lígia Inez Silva; Anamaria Meireles; Bruno Pogorzelski Rocha

    2012-01-01

    A analgesia advinda do exercício físico pode ocorrer via liberação de opioides endógenos, no sistema nervoso central e na periferia. Contudo, a literatura ainda é controversa sobre vias e ações do exercício na dor. Assim, o objetivo da pesquisa foi avaliar se o exercício resistido produz alterações sobre o quadro nociceptivo e se sofre interferências pela aplicação de um inibidor de opioides. Foram utilizados 18 ratos, divididos em três grupos: G1 - hiperalgesia no joelho direito e não tratad...

  5. Efeitos da exposição aguda a nicotina sobre a atividade da acetilcolinesterase em cérebro do Peixe-Zebra (Danio rerio)

    OpenAIRE

    2009-01-01

    O peixe-zebra (Danio rerio) é um pequeno peixe teleósteo de água doce, pertencente à família Cyprinidae, que pode ser facilmente mantido dentro de aquários em laboratórios. A maioria dos seus genes já é conhecida, e o seu genoma tem uma relação de similaridade com o genoma humano. A nicotina é um alcalóide que está presente nas folhas do tabaco, atua nos receptores colinérgicos nicotínicos centrais e periféricos que são ativados e depois inibidos pela própria droga. A nicotina estimula a libe...

  6. Efeitos da nebulização com broncodilatadores carreados pelo heliox associada ao posicionamento corporal em pacientes com crise aguda de asma

    OpenAIRE

    Cunha Brandão, Daniella

    2009-01-01

    A asma é uma doença respiratória com eficiente arsenal farmacológico. Embora, estratégias terapêuticas ainda pouco utilizadas na prática clínica podem mostrar-se relevantes para o controle desta doença. Dentro deste contexto, o heliox e a atuação fisioterapêutica vêm sendo estudados pela comunidade científica à busca de demonstrar seus benefícios e efetividade em pacientes asmáticos. O heliox é um gás metabolicamente inerte e seguro com menor densidade que o oxigênio, podendo d...

  7. Insuficiencia renal aguda.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Hernán Mejía

    2009-10-01

    Full Text Available La insuficiencia renal aguda se diagnostica aproximadamente en 5% de los pacientes hospitalizados. Sus principales causas se relacionan con la alteración del flujo sanguíneo renal, sea por depleción de volumen, baja perfusión renal o por distribución intrarrenal inadecuada y obstrucción del árbol urinario. El diagnóstico parte de la historia clínica y un buen examen físico que corrobore el estado de volemia del paciente y se complementa con el uso adecuado de los índices urinarios (excreción de sodio y osmolaridad, el uroanálisis y la ecografía renal. Su tratamiento consiste en una adecuada recuperación del volumen, manejo de los diuréticos, soporte nutricional, conservación del equilibrio hidroelectrolítico y brindar terapia de diálisis si hay toxicidad urémica, hipercaliemia severa (>6.5 mEq/l, acidosis metabólica o sobrecarga severa de volumen.

  8. Meningitis bacteriana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Rodrigo Blamey, Dr.

    2014-05-01

    Full Text Available La Meningitis Bacteriana Aguda (MBA de adquisición comunitaria es una enfermedad prevalente en todo el mundo; constituye siempre una emergencia médica y se asocia a una alta morbimortalidad. Su epidemiología es variable y los principales agentes en adultos son S. pneumoniae, N. meningitidis, H. influenzae y L. monocitogenes. En Chile existe un sistema de vigilancia recientemente implementado que permitirá un mejor diagnóstico epidemiológico. Las manifestaciones clínicas clásicas no siempre están presentes principalmente en adultos mayores. El diagnóstico requiere del estudio de líquido cefalorraquídeo, y las técnicas de biología molecular han significado un aporte relevante en los últimos años. El tratamiento antibiótico debe ser instaurado rápidamente para mejorar el pronóstico, mientras que la terapia coadyuvante con corticoides en adultos tiene sólo beneficios en etiología neumocócica. Se requieren mejores estrategias de prevención frente a una entidad que no ha cambiado su mortalidad a pesar del progreso de la medicina moderna.

  9. Laser de baixa intensidade em deiscência aguda de safenectomia: proposta terapêutica Low level laser therapy in acute dehiscence saphenectomy: therapeutic proposal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathali Cordeiro Pinto

    2009-03-01

    Full Text Available Deiscência é uma complicação temida em cirurgias de grande porte. Paciente submetida a revascularização miocárdica evoluiu com deiscência de safenectomia em membro inferior, edema e dor no 15º dia pós-operatório (PO, tendo sido realizado inicialmente o tratamento convencional no ambulatório sem melhora clínica. No 30º PO, aplicou-se somente Laser de Baixa Intensidade (LBI ao redor da borda da ferida, pontualmente. A lesão respondeu com tecido de granulação, diminuição do processo inflamatório e analgesia desde a primeira aplicação. Neste estudo piloto, a laserterapia mostrou ter um papel importante como agente facilitador de cicatrização, por meio de uma terapia nãoinvasiva, eficaz e segura.Dehiscence is a feared complication after major surgeries. Patient who had undergone coronary artery bypass grafting developed saphenectomy's dehiscence on lower limb with edema and pain on the 15th postoperative day. Conventional treatment had been initially performed without clinical improvement. On the 30th postoperative day only Low Level Laser Therapy (LLLT was applied punctually around surgical wounds edge. The results revealed granulated tissue, reduction of inflammatory process and analgesic effect since the first application. In this pilot study, LLLT has shown a considerable role as a wound healing agent, through a new proposal for efficient, safe and noninvasive therapy.

  10. Reactive oxygen species inactivation improves pancreatic capillary blood flow in caerulein-induced pancreatitis in rats A inativação de radicais livres melhora o fluxo capilar pancreático em pancreatite aguda induzida por ceruleína em ratos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Ferreira Meirelles Jr.

    2003-01-01

    Full Text Available PURPOSE: Reactive oxygen species (ROS inactivation was studied to determine alterations in the pancreatic capillary blood flow (PCBF during caerulein-induced pancreatitis in rats. METHODS: A laser-Doppler flowmeter to measure PCBF and N-t-Butyl-Phenylnitrone (PBN compound to inactivate ROS were used. Forty rats were divided in groups: 1 control; 2 caerulein; 3 PBN; 4 caerulein+PBN. Serum biochemistry and histopathological analyses were performed. RESULTS: PCBF measured a mean of 109.08 ± 14.54%, 68.24 ± 10.47%, 102.18 ± 10.23% and 87.73 ± 18.72% in groups 1, 2, 3 and 4, respectively. PCBF in groups 2 and 4 decreased 31.75 ± 16.79% and 12.26 ± 15.24%, respectively. Serum amylase was 1323.70 ± 239.10 U/l, 2184.60 ± 700.46 U/l, 1379.80 ± 265.72 U/l and 1622.10 ± 314.60 U/l in groups 1, 2, 3 and 4, respectively. There was a significant difference in the PCBF and serum amylase when compared groups 2 and 4. Cytoplasmatic vacuolation was present in groups 2 and 4. Otherwise, no qualitative changes were seen. CONCLUSION: ROS inactivation improves PCBF and minimizes the serum amylase increase during caerulein-induced pancreatitis. ROS effect may be one of the leading causative events in this model of acute pancreatitis.OBJETIVO: A inativação de radicais livres (RL foi estudada para determinar as alterações do fluxo capilar pancreático (FCP na pancreatite aguda induzida por ceruleína em ratos. MÉTODOS: Um laser-Doppler fluxímetro determinou o FCP e o composto N-t-Butyl-Phenylnitrone (PBN, para inativar os RL, foi utilizado. Quarenta ratos foram divididos em 4 grupos: 1 controle; 2ceruleína; 3 PBN; 4ceruleína+PBN. Dosagens bioquímicas e análise histopatológica foram realizadas. RESULTADOS: O FCP foi em média 109.08 ± 14.54%, 68.24 ± 10.47%, 102.18 ± 10.23% e 87.73 ± 18.72% nos grupos 1, 2, 3 and 4, respectivamente. O FCP nos grupos 2 e 4 diminuíram em média 31.75 ± 16.79% e 12.26 ± 15.24%, respectivamente. A média da

  11. Estudo parasitológico e anátomo-patológico da fase aguda da doença de Chagas em cães inoculados com duas diferentes cepas do Trypanosoma cruzi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Pedreira de Castro

    1985-12-01

    Full Text Available Cães jovens foram infectados com as cepas Y e CL do T. cruzi usando-se como inóculos 107 formas sangüíneas inoculadaspor via intraperitoneal e 2 x 10³ tripomastigotas metacíclicos obtidos do inseto vetor e inoculadospor via conjuntival. As cepas Ye CL induziram nos cães curvas deparasitemia totalmente distintas, confirmando dados parasitológicos obtidos em camundongos e coelhos. Com a cepa CL a parasitemia, com ambos os inóculos, foi gradualmente ascencional ao passo que com Y a parasitemia foi extremamente baixa, irregular e, com freqüência, subpatente. Com ambas as cepas o parasitismo e as lesões predominaram no miocárdio. Entretanto, com a cepa Y a miocardite foi sempre intensa desde as fases mais precoces da infecção, ao passo que com a cepa CL o processo inflamatório tomou-se acentuado somente a partir do 20.° dia. Freqüentemente a intensidade da miocardite observada em alguns animais não guardava relação com a parasitemia; em alguns cães com parasitemia subpatente, nos quais a infecção só foi diagnosticada pelo xenodiagnóstico, a intensidade da miocardite foi comparável àquela observada nos animais com parasitemia patente. Idêntica correlação também não foi assinalada em relação ao parasitismo tissular. Esses achados sugerem a participação de mecanismo imunológicos na gênese das lesões, ainda na fase aguda da infecção.Young dogs were inoculated with T. cruzi Y and CL strains either by intraperitoneal route with 107 blood forms or by ocular route with 2 x 10³ vector-derived trypomastigotes. With both inocula the patterns of parasitemia were significantly different, confirming data previously obtained in experimentally infected mice and rabbits. CL strain induced a gradual ascencional parasitemia whereas with Y the parasitemia was either subpatent or the number of parasites was very low, rapidly declining. Although myocarditis was present in most animals regardless of the strain used, the

  12. Diminuição das úlceras por pressão em pacientes com ventilação mecânica aguda prolongada: um estudo quasi-experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecilia Inés Loudet

    ília, pode reduzir a incidência e a gravidade de úlceras por pressão em pacientes com ventilação mecânica aguda prolongada.

  13. Transplante alogênico de células-tronco hematopoéticas em leucemias agudas: a experiência de dez anos do Hospital das Clínicas da UFMG Allogeneic hematopoietic stem cells transplantation in acute leukemia: ten years of experience in the Hospital das Clínicas - UFMG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana M. Lamego

    2010-01-01

    Full Text Available As leucemias agudas são doenças com alta morbimortalidade para as quais o transplante alogênico de medula óssea é uma opção terapêutica eficaz. Neste artigo, relatamos a experiência de um centro brasileiro com pacientes apresentando leucemia aguda que receberam um enxerto de medula óssea ou células-tronco periféricas de um doador familiar HLA idêntico no período de julho de 1995 a dezembro de 2005. Foi realizado um estudo de coorte retrospectivo, analisando dados de 125 pacientes com mediana de idade de 28,7 anos. Oitenta e um pacientes (64,8% apresentavam leucemia mieloide aguda; 38 (30,4%, leucemia linfoide aguda; e seis (4,8%, leucemia bifenotípica. Trinta e dois pacientes encontravam-se em primeira remissão completa, 23 em segunda remissão e 70 com doença avançada (refratários, recidivados ou além da segunda remissão. A sobrevida global estimada em 10 anos foi de 22,9%. Em relação à situação clínica do paciente no momento do transplante, a sobrevida global em dez anos foi de 56,3% para pacientes em primeira remissão, 38% para os pacientes em segunda remissão, e 3,7% para os pacientes com doença avançada. Considerando-se os pacientes transplantados em primeira e segunda remissão, a evolução foi semelhante aos dados disponíveis na literatura. Entretanto, os resultados dos pacientes transplantados em fase avançada foram ruins, devendo-se discutir o papel do transplante para este grupo.Acute leukemias are a group of diseases with high morbimortality. Allogeneic bone marrow transplantation is an efficacious therapeutic option for their treatment. We report the experience of a Brazilian center in respect to acute leukemia patients who received a bone marrow or peripheral blood allograft from a HLA-matched sibling from July 1995 to December 2005. Data were retrospectively collected. The median age of the 125 patients included in the study was 28.7 years. Eighty-one patients presented with acute myeloid leukemia

  14. Aerocistite aguda induzida por tioglicolato, lipolisacarídeo e Aeromona hydrophila inativada em Piaractus mesopotamicus: efeitos hematológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julieta Rodini Engrácia de Moraes

    2012-10-01

    Full Text Available Os efeitos da injeção de tioglicolato, lipolissacarídio de Escherichia coli e Aeromonas hydrophila inativada na bexiganatatória de pacus, Piaractus mesopotamicus (Characidae foram avaliados quanto às respostas de células vermelhas,leucócitos e trombócitos do sangue. Ensaios quantitativos de eritrócitos, leucócitos e trombócitos foram realizados6, 24 e 48 h após os estímulos e comparados com peixes que receberam solução salina 0,65% pela mesma via. Peixes inoculados com A. hydrophila apresentaram redução do número de eritrócitos e da taxa de hemoglobina enquanto ohematócrito aumentou 6 h após o estímulo. Os resultados mostraram que o tioglicolato e o LPS também induziram redução da hemoglobina e aumento do hematócrito. A contagem de trombócitos diminuiu 6 h após a inoculação deA. hydrophila inativada e aumentou 48 horas após a injeção de LPS. A contagem de leucócitos aumentou 6 h após ainoculação de A. hydrophila enquanto a de linfócitos a leucócitos granulares PAS positivos (PAS_LG diminuiu 24 hdepois. Peixes injetados com tioglicolato o LPS apresentaram aumento do número de LG_PAS em relação aos inoculadoscom A. hydrophila inativada ou grupo controle. A contagem de monócitos não foi afetada pelos diferentes agentes.

  15. Expressão das óxido nítrico sintetases na vasculopatia coronariana do transplante cardíaco Expression of nitric oxide synthases in coronary artery disease after heart transplantation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda VIARO

    2000-03-01

    Full Text Available A maior complicação que pode limitar a evolução a longo prazo de um transplante cardíaco é o desenvolvimento de doença arterial coronariana. Esta forma de doença coronariana é distinta da doença coronariana aterosclerótica de pacientes não submetidos a transplante cardíaco. Evidências atuais, obtidas mediante a ecografia intravascular, demonstraram que a ocorrência de uma disfunção endotelial precoce, principalmente mediada pela expressão da isoforma induzível da óxido nítrico sintetase (iNOS e associa-se com desenvolvimento de aterosclerose no aloenxerto durante o primeiro ano após o transplante. Esta revisão foi elaborada começando pelos conceitos básicos (descrição da enzima NOS e suas isoformas conhecidas; breve comparação entre elas, revisando-se, na seqüência, a disfunção endotelial coronariana pós-transplante cardíaco do ponto de vista específico da função enzimática da NOS. No transplante cardíaco a iNOS promove rejeição aguda, mas previne a crônica. A relação entre estes efeitos completamente opostos permanece desconhecida, sabendo-se que são mecanismos diferentes dependentes do tempo.A major complication that can limited the evolution of a cardiac transplantation over the long term is the development of accelerated coronary arteriosclerosis. This form of coronary disease is different from the atherosclerotic coronary disease of patients not submitted to cardiac transplantation. Current evidence obtained by intravascular ultrasound, has demonstrated that the occurrence of a precocious endothelial dysfunction, mainly mediated by the inducible isoform of the nitric oxide synthase (iNOS expression, is associated with the development of atherosclerosis in cardiac allografts during the first year of the transplant. This review was developed starting with basic concepts (description of the enzyme and its known isoforms; a brief comparison between them, reviewing the coronary endothelial

  16. Concentrações hormonais e desenvolvimento folicular de vacas leiteiras em hipertermia sazonal e aguda Hormone concentration and follicular development in dairy cows under seasonal and acute hyperthermia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    B.J. Lew

    2006-10-01

    Full Text Available Avaliaram-se as concentrações hormonais e os parâmetros de desenvolvimento folicular de vacas leiteiras expostas ao calor sazonal e agudo. Dividiram-se os animais em quatro grupos: verão (n=5, outono (n=5, inverno com hipertermia aguda (grupo câmara climática, (CC, n=5 e inverno (n=9. Os animais foram abatidos no sétimo dia após a ovulação, e os parâmetros de desenvolvimento folicular avaliados. O líquido folicular do maior folículo foi aspirado e armazenado para posterior análise de hormônios esteróides e inibina. O número de células da granulosa vivas no verão e no outono foi 40 e 45% respectivamente, menor que no inverno (PThe present study evaluated the seasonal and acute heat stress on follicular development and steroid and inhibin concentrations in follicular fluid, in bovine dominant follicle. Cows were distributed into four treatments: summer (n=5, autumn (n=5, animals heat stressed during the winter (n=5 and winter (n=9. On day 7 of the estrous cycle, animals were slaughtered and parameters related to follicle development were evaluated. The follicular fluid (FF was aspirated and stored for further hormonal analysis. During the summer, the number of viable granulosa cells was 40% lower than during the winter, and there was a 45% decrease in this parameter during the autumn (P<0.05. In the winter, estradiol concentration was 62% higher than during the autumn (P<0.05 and 42% higher than during the summer (P<0.06. There was an increase in androstenedione concentration in summer group, when compared to winter (P<0.08 and autumn (P<0.05 groups. Inhibin concentration was higher in winter groups than summer and winter heat stressed groups (P<0.05. Seasonal and acute heat stress altered developmental parameters in dominant follicle and hormonal concentration in follicular fluid, those effects can partially explain the decrease in conception rates during summer.

  17. Fatores de risco para internamento por diarréia aguda em menores de dois anos: estudo de caso-controle Risk factors for hospitalization due to acute diarrhea in children under two years old: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lygia Carmen de Moraes Vanderlei

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre determinantes sócio-econômico-demográficos e biológicos e hospitalização por diarréia aguda (DA em menores de dois anos. Utilizou-se estudo tipo caso-controle de base hospitalar no período de maio a outubro de 1997, em hospital pediátrico de nível terciário em Recife, Pernambuco. Os casos (n = 185 foram crianças internadas por DA e os controles (n = 185 foram crianças com doenças ambulatoriais, exceto diarréia, que tinham apresentado a doença nos últimos 15 dias, atendidas no mesmo local e período. Utilizaram-se os programas Epi Info e Stata para a análise dos dados. Foram calculados o odds ratio e os intervalos de confiança de 95% por meio da técnica de regressão logística múltipla, para o controle dos fatores de confusão, considerando um modelo hierarquizado dos fatores de risco. A investigação mediante o modelo proposto mostrou existência de associação entre internamento por DA e piso de terra ou tábua, paridade das mães igual a cinco ou mais filhos, criança menor de seis meses e gravidade dos episódios, que depende da interação entre condições sócio-econômicas desfavoráveis, baixa idade das crianças e episódio diarréico grave.The aim of this study was to investigate the socioeconomic, demographic, and biological determinants of hospitalization due to acute diarrhea (AD in children under two years old. The hospital-based, case-control study was conducted from May to October 1997 in a pediatric hospital in Recife, Pernambuco, Brazil. Cases (n = 185 were children hospitalized due to AD, and controls (n = 185 were children with various diseases (except AD presenting in the previous 15 days in the same area and time period. Data analysis used the Epi Info and Stata software. Odds ratios and 95% confidence intervals were calculated by multiple logistic regression to control confounding factors, considering a hierarchical risk factor model

  18. Efeitos da suplementação aguda de aspartato de arginina na fadiga muscular em voluntários treinados Efectos de la suplementación aguda de aspartato de arginina en la fatiga muscular en voluntarios entrenados Effects of the acute arginine aspartate supplement on the muscular fatigue in trained volunteers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Pombo Sales

    2005-12-01

    Full Text Available A atividade física influi em mecanismos específicos responsáveis pela redução da produção de força e conseqüentemente à fadiga. A preocupação em melhorar o desempenho físico tem sido propostos; observamos que estudos dão atenção para reduzir acúmulos dos metabólitos que diminuem a fadiga durante o exercício físico intenso, usando aminoácidos conhecidos por induzir mudanças metabólicas, entre eles a arginina. O presente estudo teve como objetivo estudar o efeito da suplementação aguda de aspartato de arginina em indivíduos sadios treinados submetidos a um protocolo de exaustão em um cicloergômetro. Foram utilizados 12 indivíduos treinados do sexo masculino, idade de 22,6 ± 3,5 anos. Realizaram três testes 90 minutos após a administração em dose única do aspartato de arginina ou solução placebo, em um cicloergômetro, em que incrementos de cargas foram adicionados até a exaustão. Amostras sanguíneas foram obtidas para análises bioquímicas como: creatinina, uréia, glicose e lactato. Diferenças estatísticas não foram encontradas ao comparar os valores de Freqüência Cardíaca Máxima, Tempo Máximo e Carga Máxima e também ao comparar os resultados anteriores e posteriores ao teste para uréia, creatinina e glicose. As concentrações de lactato (mmol/l apresentaram diferença estatística ao comparar os valores pré-teste (Controle: 2,2 ± 0,14; Arginina: 2,43 ± 0,23; Placebo: 2,26 ± 0,11 com valores pós-teste (Controle 10,35 ± 0,57; Arginina: 12,07 ± 0,88; Placebo: 12,2 ± 0,96, p La actividad física influencia los mecanismos específicos responsables por la reducción de la producción de fuerza y por consiguiente a la fatiga. La preocupación por mejorar la acción física se ha propuesto constantemente; nosotros hemos observamos que los estudios prestan la atención para reducir acumulaciones del metabólitos que reducen la fatiga durante el intenso ejercicio físico, mientras se usan los

  19. Relação entre cintilografia miocárdica e angiotomografia na avaliação da doença coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jader Cunha de Azevedo

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A angiotomografia coronariana por múltiplos detectores (Angio TC tem demonstrado boa acurácia para detecção de estenose coronariana. Embora essa técnica seja promissora para avaliação da DAC, sua correlação com a manifestação funcional da doença ainda não está bem estabelecida. OBJETIVO: Avaliar se a presença de DAC e o grau de obstrução coronariana avaliados pela Angio TC se associam com alterações no exame de Cintilografia de Perfusão Miocárdica (CPM. MÉTODOS: Estudo observacional, retrospectivo, que incluiu consecutivamente 99 pacientes com DAC conhecida ou suspeita. Realizaram-se exames de CPM e Angio TC. Comparamos a presença de defeitos de perfusão pela CPM com a presença de DAC e grau de obstrução luminal pela Angio TC. Utilizou-se para a análise estatística o teste t de Student, ANOVA, o teste qui-quadrado (ou teste de Fisher para n < 5. Foi realizada análise multivariada por regressão logística e o critério de significância foi o nível de 5%. RESULTADOS: A média de idade foi 62 ± 11,4 anos, sendo 46 (71,7% homens. A análise das variáveis foi realizada por paciente (n = 99 e por território de irrigação coronariana (n = 297. Dos 67 territórios que apresentaram DAC significativa pela Angio TC, 44,8% apresentaram CPM alterada. Considerando-se o grau de estenose, CPM alterada esteve presente em 18,7% dos territórios com estenose não significativa, 45,28% dos territórios com estenose moderada e 42,8% dos territórios com lesões graves. CONCLUSÕES: A Angio TC é um bom método para exclusão da DAC. No entanto, sua utilização para avaliação da gravidade da estenose e sua repercussão funcional não demonstrou boa correlação.

  20. Doença de Chagas aguda: vias de transmissão, aspectos clínicos e resposta à terapêutica específica em casos diagnosticados em um centro urbano Acute Chagas' disease: transmission mechanisms, clinical features and specific therapeutic response in cases diagnosed in an urban center

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. Shikanai-Yasuda

    1990-02-01

    Full Text Available Relata-se o quadro clínico de 27 pacientes com doença de Chagas aguda, acompanhados no ambulatório da Clínica de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital das Clínicas da FM-USP no período de 1974 a 1987. As vias de transmissão envolvidas foram: vetorial em 7 casos, transfusional em 9, transplante de rim e/ou transfusional em 4, acidental em 1, via oral em 3, provável aleitamento materno em 1, congênita ou aleitamento materno em 1, congênita ou transfusional em 1. Pacientes com infecção por via vetorial eram procedentes da Bahia e Minas Gerais, tendo 6 apresentado a doença de 1974 a 1980 e um em 1987. Já os pacientes infectados por via transfusional adquiriram a doença na Grande São Paulo, 7 deles após 1983. O quadro clínico foi oligossintomático ou assintomático em 4 pacientes, sendo 3 deles imunodeprimidos por doença de base ou por medicamentos. Em outros 2 pacientes imunodeprimidos ocorreu miocardite grave com insuficiência cardíaca congestiva. O quadro clínico foi também mais grave em 5 de 6 crianças menores de dois anos de idade, qualquer que fosse a via de transmissão. A avaliação de 16 pacientes tratados na fase aguda com benzonidazol (4-10mg/kg/dia por 30 a 60 dias mostrou falha terapêutica em 4/16 (25,0%, possível sucesso terapêutico em 9/16 (56,2%, sendo inconclusivos os resultados em 3/16 (18,8%. A reação de LMC foi concordante com o xenodiagóstico em 18 e 22 casos (agudos e na fase crônica inicial, e se negativou mais precocemente que as RSC. No seguimento pós-terapêutico, observou-se aparecimento de doença linfoproliferativa em um paciente com anemia aplástica e que recebia corticosteróide 6 anos após o emprego de benzonidazol.The authors report clinical features and therapeutic response of 24 outpatients with acute Chagas' disease, and 3 in the initial chronic phase, referred to the Clinic for Infectious and Parasitic Diseases of the FMUSP "Clínicas" Hospital between 1974 and 1987

  1. Resposta aguda de variáveis clínicas e funcionais em exercício máximo de contração concêntrica versus excêntrica

    National Research Council Canada - National Science Library

    Danielli Aguilar Barbosa; Fernanda Assen Soares Campoy; Thâmara Alves; Maíra Campos de Albuquerque; Mariana de Oliveira Gois; Roseana Paula de Ávila; Jayme Netto Júnior; Carlos Marcelo Pastre

    2015-01-01

    O objetivo do estudo foi analisar e comparar as respostas agudas de variáveis clínicas e funcionais, após uma sessão de exercício de força máxima de contração concêntrica versus excêntrica...

  2. Respostas cardiovasculares agudas na extensão do joelho realizada em diferentes formas de execução Respuestas cardiovasculares agudas a la extensión de rodilla realizada en diferentes formas de ejecución Acute cardiovascular responses on knee extension at different performance modes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Doederlein Polito

    2004-06-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar as pressões arteriais sistólica (PAS e diastólica (PAD, freqüência cardíaca (FC e duplo-produto (DP durante e após a extensão do joelho realizada de forma uni e bilateral até a exaustão. Dezoito indivíduos - seis homens e 12 mulheres - (33 ± 11 anos; 63,5 ± 11,4kg; 168,6 ± 7,1cm, voluntários, saudáveis e experientes no treinamento de força realizaram três séries de 12 repetições máximas da extensão do joelho, realizadas de forma uni (UN e bilateral (BI. A pressão arterial foi medida pelo método auscultatório ao final de cada série e durante 20 minutos após o exercício, com intervalos de cinco minutos. A ANOVA de duas entradas com medidas repetidas mostrou que a variação percentual em relação ao repouso (D% da PAS foi significativamente maior na 3ª série (UN = 31,7 ± 11,9%; BI = 38,5 ± 10,9% que na 1ª (UN = 19,5 ± 12,5%; BI = 26,0 ± 10,2%. Quanto à PAD, o D% foi maior na 3ª série (UN = 48,5 ± 13,9%; BI = 51,4 ± 13,3% que na 1ª (UN = 30,5 ± 13,0%; BI = 34,9 ± 16,0% e na 2ª (UN = 40,9 ± 15,4%; BI = 47,3 ± 12,9%. Não foram observadas diferenças para FC e DP, assim como entre os modos de execução. Após o exercício, não foram identificadas diferenças entre todas as variáveis observadas. Aparentemente, a forma de execução da extensão unilateral do joelho não repercutiria sobre as respostas cardiovasculares agudas, durante ou após o exercício. Contudo, a execução bilateral mostrou tendência a elevar os valores de PAS e DP em relação à execução unilateral, o que deve ser considerado na prescrição para pessoas que necessitem de cuidados especiais.El objetivo de este estudio fué verificar las presiones arterial sistólica (PAS e diastólica (PAD, frecuencia cardíaca (FC y producto doble (DP durante y después de la extensión de rodilla realizada de forma uni y bilateral hasta el agotamiento. Dieciocho individuos - seis hombres y 12 mujeres

  3. Homocisteína, folato e vitamina B12 em pacientes colombianos portadores de coronariopatia Homocysteine, folate and vitamin B12 in colombian patients with coronary disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Garcia

    2007-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Determinar a existência de associação entre os níveis plasmáticos de homocisteína, folato ou vitamina B12 e síndrome coronariana aguda em pacientes colombianos. MÉTODOS: Estudo caso-controle: foram 50 pacientes portadores de síndrome coronariana aguda e 50 pacientes ambulatoriais sem síndrome coronariana. Foram medidos os níveis de homocisteína, folato e vitamina B12 por meio de imunoensaio por quimioluminescência. Foram também medidos os níveis de colesterol e frações, triglicérides, uréia, creatinina, hemoglobina e hematócrito. RESULTADOS: As concentrações plasmáticas médias de homocisteína foram significativamente diferentes entre os casos (12,4 µmol/l ± 6,0 e os controles (9,7 µmol/l ± 2,4, p=0,01. Os níveis de ácido fólico dos casos foram menores que os dos controles (respectivamente 10,5 ng/ml ± 3,5 x 12,6 ng/ml ± 3,6; p=0,01. Foi observada relação inversa entre os níveis de folato e os de homocisteína. Não houve relação entre os níveis de vitamina B12 e os de homocisteína. Houve diferença significativa nos níveis de triglicérides entre os grupos caso e controle (respectivamente 136,91 ± 67,27 x 174,3 ± 77,6; p=0,01. A razão das chances para hiper-homocisteinemia na síndrome coronariana aguda foi de 4,45 (intervalo de confiança de 95%: 1,5 - 13,3. CONCLUSÃO: O presente estudo demonstrou associação significativa entre os níveis de homocisteína e síndrome coronariana aguda em pacientes colombianos semelhante à encontrada em populações européias e norte-americanas. Houve correlação negativa entre os níveis plasmáticos de homocisteína e os de folato. Não houve associação entre os níveis plasmáticos de homocisteína e os de vitamina B12.OBJECTIVE: To determine the occurrence of association between homocysteine, folate, or vitamin B12 plasma levels and acute coronary syndrome in Colombian patients. METHODS: Case control study: cases were 50 patients with acute

  4. Caracterização clinicopatológica da mamilite aguda em ovelhas lactantes infectadas experimentalmente com o herpesvírus bovino 2 Clinic and pathological characterization of acute mammillitis in lactating ewes inoculated with bovine herpesvirus 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina R. Almeida

    2008-01-01

    Full Text Available A mamilite causada pelo herpesvírus bovino tipo 2 (BoHV-2 possui importante repercussão sanitária em gado leiteiro de alguns países, mas a sua patogenia permanece pouco conhecida. Este trabalho descreve a reprodução e caracterização da mamilite aguda em ovelhas lactantes inoculadas com o BoHV-2 na pele do úbere e dos tetos. Cinco de oito ovelhas inoculadas desenvolveram extensas placas com necrose focal, pequenas vesículas e formação de crostas nos locais de inoculação. As lesões foram inicialmente observadas no 4º dia pós-inoculação (pi, progrediram em extensão e gravidade até os dias 7-8pi e posteriormente regrediram. O vírus foi isolado das lesões entre os dias 7 e 8 pi. Antígenos virais e partículas típicas de herpesvírus foram demonstrados por microscopia eletrônica em biópsias de lesões coletadas nos dias 5, 6 e 10pi. Os achados histológicos foram caracterizados por necrose epitelial, erosões e úlceras, com formação de células sinciciais e infiltrado inflamatório linfoplasmocitário na derme. Associadas a essas lesões observaram-se inclusões eosinofílicas intranucleares em células epiteliais, sinciciais e inflamatórias. Em um segundo experimento, 7 de 10 cordeiros inoculados na mucosa nasal desenvolveram hiperemia e descarga nasal, bem como vesículas e erosões no focinho. O vírus foi isolado das secreções nasais por até três dias e todos os cordeiros soroconverteram ao BoHV-2. Tentativas de reativar a infecção latente pela administração de dexametasona no 40º dia pi foram infrutíferas, pois não foram observados re-excreção viral, recrudescência clínica ou soroconversão. Esses resultados demonstram que ovelhas são susceptíveis à infecção experimental pelo BoHV-2 e desenvolvem lesões semelhantes às observadas em casos naturais de mamilite herpética. Além disso, esses resultados sugerem o uso dessa espécie animal como modelo para o estudo de vários aspectos da biologia da

  5. Infecção aguda e latente em ovinos inoculados com o herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5 Acute and latent infection in sheep inoculated with bovine herpesvirus type-5 (BHV-5

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana M. Silva

    1998-07-01

    Full Text Available Infecção experimental de ovinos com o herpesvírus bovino tipo 5 (BHV-5 reproduziu vários aspectos da infecção pelo BHV-5 em bovinos. Inoculação intranasal foi seguida de extensiva replicação viral na cavidade nasal, excreção e transmissão do vírus a outros animais, estabelecimento e reati-vação de latência, e o desenvolvimento de meningoencefalite clínica em um animal. Ovinos inoculados com a amostra brasileira EVI-88 apresentaram hipertermia transitória, hiperemia da mucosa nasal e corrimento nasal de seroso a muco-purulento. Os animais eliminaram vírus em secreções nasais em títulos de até 107,11DICC50/ml por até 16 dias. Um cordeiro apresentou sinais clínicos de encefalite no dia 10 pós-inoculação, sendo sacrificado in extremis no início do dia 13. Infectividade foi detectada em várias regiões do encéfalo desse animal, incluindo os hemisférios anterior e posterior, córtex dorso- e ventro-lateral, ponte, pedúnculo cerebral, cerebelo e bulbo olfatório. Alterações histológicas foram observadas em várias regiões do encéfalo, principalmente no hemisfério anterior, córtex ventro-lateral e pedúnculos cerebrais, e consistiram de meningite mononuclear, manguitos perivasculares, gliose focal, necrose e inclusões intranucleares em neurônios . Quatro ovinos mantidos como sentinelas adquiriram a infecção e eliminaram vírus a partir do final do segundo dia, até 7 dias. Ovinos inoculados com a amostra argentina A663 apresentaram apenas hiperemia e umidecimento da mucosa nasal, embora eliminassem vírus nas secreções nasais por até 15 dias. Tratamento dos animais com dexametasona a partir do dia 50 pós-inoculação provocou reativação da infecção latente e eliminação viral durante até 11 dias por 76,9% (10/13 dos animais inoculados e por 100% (3/3 dos animais sentinela. Esses resultados demonstram que ovinos são susceptíveis à infecção aguda e latente pelo BHV-5 e sugerem que infec

  6. Avaliação de provas de fase aguda em crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e sua correlação com atividade da doença Acute phase reactants evaluation in children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and its correlation with disease activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alencar M. F. Nicácio

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO:Analisar a relação entre as provas de fase aguda e a atividade clínica da artrite idiopática juvenil e avaliar a concordância entre velocidade de hemossedimentação e proteína C reativa (VHS e PCR na fase aguda da doença. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo tipo coorte a partir da análise de prontuários de 30 crianças e adolescentes que preenchiam os critérios diagnósticos para artrite idiopática juvenil, estavam em atendimento em ambulatório de Reumatologia Pediátrica e haviam realizado as provas de fase aguda (VHS e PCR. RESULTADOS: Dos 30 pacientes, 21 (70% eram do sexo feminino e 19 (63,3% apresentavam o subtipo oligoarticular da doença. A média de idade de início dos sintomas foi 65,6 meses, a idade de diagnóstico de 85,3 e o tempo de evolução, 57,2 meses. As provas de fase aguda mostraram associação positiva com a atividade de doença. A anemia não teve relação com a atividade de doença. A concordância entre as duas provas de fase aguda foi superior a 80%. CONCLUSÕES: As provas de fase aguda mantêm relação positiva com a atividade da doença e o seu uso concomitante aumenta a especificidade.OBJECTIVE:To analyze the relationship between the acute phase reactants and the disease activity of Juvenile Idiopathic Arthritis (JIA and to evaluate the agreement between erythrocyte sedimentation rate and C-reactive protein during the acute phase of the disease. METHODS: a cohort retrospective study has been conducted based on the analysis of 30 children and adolescents who fulfilled the diagnostic criteria of JIA. All of them were in current follow-up at the pediatric rheumatology outpatient clinic and had acute phase reactants blood tests performed. RESULTS: Studied population comprised 30 patients: 21 (70% of them were females and 19 (63.3% presented oligoarticular subtype. The mean age at disease onset was 65.6 months; the age at diagnosis was 85.3 months and the follow-up had 57.2 months of

  7. Valor preditivo da angina em detectar doença coronariana em pacientes com estenose aórtica grave a partir da quinta década de vida Predictive value of angina to detect coronary artery disease in patients with severe aortic stenosis aged 50 years or older

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Alves Vargas Gonçalves

    2006-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo é verificar o valor de previsão da angina de peito no diagnóstico da DAC em pacientes portadores de EA, a partir da quinta década de vida. MÉTODOS: A população estudada foi constituída por 186 pacientes consecutivos com EA e idade e" 50 anos, referidos para cirurgia de troca valvar aórtica entre junho de 1989 e setembro de 2004. Cinecoronariografia de rotina foi realizada em todos os pacientes. Cento e um eram homens (54,3% e 85, mulheres (45,7%, com idade de 66±8 anos. Angina estava presente em 124 pacientes (66,7%. O gradiente máximo transvalvar aórtico foi de 89,4±27,6 mmHg e a área valvar aórtica de 0,59±0,17 cm2. Calculamos a sensibilidade, a especificidade, o valor de previsão positivo e negativo e a razão de verossimilhança positiva da angina na predição da presença de DAC. RESULTADOS: DAC estava presente em 93 pacientes (50%. Dos 124 pacientes com angina, 68 (54,8% apresentavam DAC; enquanto dos 62 sem angina, 25 apresentavam DAC (40,3%. Portanto, a sensibilidade da angina para DAC foi de 73,1%, a especificidade de 39,7%, valor preditivo positivo de 54,8%, valor preditivo negativo de 59,6% e razão de verossimilhança positiva de 1,6. CONCLUSÃO: A angina de peito não é bom preditor da presença de DAC em pacientes com EA a partir da quinta década de vida.OBJECTIVE: The objective of this study is to evaluate the value of angina pectoris as a predictor of CAD (coronary artery disease in patients with AS (aortic stenosis during and beyond the 5th decade of life. METHODS: The study population consisted of 186 consecutive patients with AS and e" 50 years of age, referred for surgical aortic valve replacement (AVR between June 1989 and September 2004. Routine coronary angiography was performed for all patients. One hundred and one patients were males (54.3% and 85 were females (45.7%, and the mean age was 66±8 years. One hundred and twenty-four patients (66.7% had angina. The maximum

  8. Magnetic fields and acute lymphoblastic leukemia in children: a systematic review of case-control studies Campos magnéticos e leucemia linfocítica aguda em crianças: revisão sistemática de estudos caso-controle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Maria Pelissari

    2009-01-01

    Full Text Available Leukemia incidence in children has increased worldwide in recent decades, particularly due to the rise in acute lymphoblastic leukemia. Studies have associated exposure to non-ionizing radiation generated by low frequency magnetic fields with childhood leukemia. The current article reviews the case-control studies published on this subject. Of 152 articles tracked in different databases, ten studies from North America, Asia, and Europe met the defined selection criteria, with patients diagnosed from 1960 to 2004. Methodological limitations were observed in these articles, including difficulties with the procedures for assessing exposure. An association may exist between exposure to low frequency magnetic fields and acute lymphoblastic leukemia in children, but this association is weak, preventing the observation of consistency in the findings. Future studies from a wider range of geographic regions should focus on the analysis of acute lymphoblastic leukemia, which is the subtype with the greatest impact on the increasing overall incidence of childhood leukemia.A incidência de leucemias em crianças tem aumentado nas últimas décadas no mundo, com influência predominante da leucemia linfocítica aguda, principal subtipo em crianças. Estudos têm relacionado a exposição às radiações não-ionizantes geradas pelos campos magnéticos de baixa freqüência com leucemia infantil. Neste artigo foram revisados os estudos caso-controle publicados sobre essa questão. Dos 152 artigos localizados em diferentes bases de dados, dez estudos da América do Norte, Ásia e Europa preencheram os critérios de seleção, comportando pacientes diagnosticados entre 1960 e 2004. Algumas limitações metodológicas foram observadas como dificuldades nos procedimentos de avaliação da exposição. É possível a existência de associação entre exposição a campos magnéticos de baixa freqüência e leucemia linfocítica aguda em crianças, porém, a for

  9. Classificação de gravidade na pancreatite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tercio De Campos

    Full Text Available De acordo com a Classificação de Atlanta a pancreatite aguda pode ser dividida, baseado em sua severidade, em uma forma leve ou grave. Uma série de aspectos têm sido discutidos nos últimos anos, tais como, quantas categorias de gravidade devem ser consideradas; se o doente com falência orgânica é igual ao doente com necrose infectada; qual o papel da falência orgânica transitória; e como avaliar a falência orgânica. A reunião de revista"Telemedicina Baseada em Evidência - Cirurgia do Trauma e Emergência" (TBE-CiTE realizou uma avaliação crítica de artigos relacionados a este tema, considerando três artigos recentes que delinearam duas grandes revisões publicadas nos últimos meses. Estes artigos sugerem a classificação de gravidade em três ou quatro categorias, ao invés de pancreatite aguda leve ou grave, além de discutir qual o melhor escore para avaliar a falência orgânica. As seguintes recomendações foram propostas: (1 A pancreatite aguda deve ser classificada em quatro categorias: leve, moderada, grave e crítica, o que permite uma melhor determinação das características dos doentes; (2 Avaliação de falência orgânica com um escore de gravidade, preferencialmente algum que avalie diretamente cada falência orgânica, tais como o SOFA e o MODS (Marshall. O SOFA parece ter maior acurácia, mas o MODS tem melhor aplicabilidade devido à facilidade de uso.

  10. Avaliação das pressões sistólica, diastólica e pressão de pulso como fator de risco para doença aterosclerótica coronariana grave em mulheres com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento do segmento ST Evaluation of systolic, diastolic, and pulse pressure as risk factors for severe coronary arteriosclerotic disease in women with unstable angina non-ST-elevation acute myocardial infarction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Marconi Almeida de Sousa

    2004-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se as pressões, medidas na raiz da aorta, são fatores de risco para doença aterosclerótica coronariana grave em mulheres com angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnivelamento do segmento ST (AI/IAMSS. MÉTODO:As pressões, assim como os fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC foram prospectivamente coletados de março/1993 a agosto/2001 em 593 mulheres com diagnóstico de AI/IAMSS submetidas à cinecoronariografia. Lesões coronarianas definidas como graves estenoses > 70%. RESULTADOS: Idade média de 59,2±11,2 anos, significantemente mais alta nas pacientes com DAC: 61,9 ± 10,8 anos vs 56.4 ± 10,8 anos; tabagismo, diabetes e climatério foram mais freqüentes nas pacientes com DAC. As médias das pressões sistólica e arterial média foram iguais nos dois grupos, entretanto as médias das pressões diastólicas do ventrículo esquerdo (17.6 ± 8.7 x 15.1 ± 8.1, p=0.001 e da pressão de pulso aórtica foram significantemente maiores nas pacientes com DAC (75.5 ± 22 x 70 ± 19, p=0.002, enquanto a média da pressão diastólica aórtica foi significantemente mais alta nas pacientes sem DAC (75.3 ± 17.5 x 79.8 ± 16, p=0.003. Na análise multivariada a pressão de pulso > 80 mmHg e pressão sistólica > 165 foram independentemente associadas a DAC com razão de chance de 2.12 e 2.09, p 80 mmHg e pressão sistólica > 165 mmHg determinaram risco duas vezes maior de lesão coronariana grave.OBJECTIVE: To evaluate pressures assessed at the aortic root as risk factors for severe atherosclerotic coronary heart disease in women with unstable angina/compatible clinical history associated with increase in cardiac enzymes (total CPK and CK-MB 2 times greater than the standard value used in the hospital, with the absence of new Q waves on the electrocardiogram (UA/NSTEMI. METHODS: Five hundred and ninety-three female patients with clinical diagnosis of UA/NSTEMI underwent cinecoronariography

  11. Acute lower respiratory illness in under-five children in Rio Grande, Rio Grande do Sul State, Brazil: prevalence and risk factors Doença respiratória aguda baixa em menores de cinco anos em Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil: prevalência e fatores de risco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvio O. M. Prietsch

    2008-06-01

    Full Text Available This study aimed to determine the prevalence of acute lower respiratory illness and to identify associated factors among children less than five years of age in the city of Rio Grande, southern Brazil. Using a cross-sectional survey, a standardized household questionnaire was applied to mothers or guardians. Information was collected on household conditions, socioeconomic status, and parental smoking. Prenatal care attendance, nutritional status, breastfeeding pattern, and use of health services for the children were also investigated. Data analysis was based on prevalence ratios and logistic regression, using a conceptual framework. Among 771 children studied, 23.9% presented acute lower respiratory illness. The main risk factors were previous episodes of acute lower respiratory infection or wheezing, crowding, maternal schooling less than five years, monthly family income less than US$ 200, four or more people per room, asthma in family members, and maternal smoking. Mothers 30 years or older were identified as a protective factor. These results can help define specific measures to reduce morbidity and mortality due to acute lower respiratory illness in this setting.Este estudo teve por objetivo determinar a prevalência de doenças respiratórias agudas baixas e identificar fatores associados à sua ocorrência entre crianças menores de cinco anos de idade em Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Realizou-se estudo transversal de base populacional com aplicação de questionário em nível domiciliar às mães ou responsáveis pelas crianças. Foram coletadas informações sobre características sócio-econômicas, condições de habitação da família e tabagismo dos pais; sobre as crianças, investigou-se padrão de amamentação e dieta, estado nutricional, assistência à gestação e ao parto e utilização de serviços de saúde. A análise incluiu cálculo das razões de prevalência e regressão logística conforme modelo hier

  12. Disfunção endotelial após isquemia global e reperfusão em cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea: estudo do papel do magnésio em artérias coronarianas caninas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco A. VOLPE

    2002-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a disfunção endotelial conseqüente à lesão provocada por isquemia global seguida de reperfusão e a potencial influência protetora do magnésio sobre a integridade funcional do endotélio em coronárias isoladas de cães. MÉTODO: Segmentos de artérias coronárias caninas foram suspensos em banhos orgânicos para medida de força isométrica. A disfunção endotelial foi avaliada pela capacidade destes segmentos produzirem óxido nítrico, alterando a força isométrica inicial. Foram selecionados quatro grupos com seis cães em cada um: SEM CEC (controle, CEC (110 minutos de perfusão sem isquemia, ISQ (45 minutos de isquemia, ISQ/REP (45 minutos de isquemia seguidos de 60 minutos de reperfusão. A ação do magnésio foi avaliada em três fases: I (banho orgânico com magnésio, II (banho orgânico sem magnésio e III (banho orgânico com magnésio restaurado. Foram utilizados três agonistas farmacológicos que representam os principais passos da via de produção do óxido nítrico: receptor de membrana da célula endotelial - acetilcolina (ACh; transdução do sinal entre o receptor e os processos intracelulares através da G-proteína - fluoreto de sódio (NaF; liberação dos estoques intracelulares de cálcio - cálcio ionóforo (A23187. Ao estudo da função endotelial associou-se a avaliação da atividade da musculatura lisa dependente de GMPc - nitroprussiato de sódio (NPS. RESULTADOS: Os principais achados desta investigação foram: 1 a presença de magnésio no perfusato pareceu atenuar a disfunção endotelial causada por isquemia global seguida de reperfusão; 2 a presença de magnésio no banho orgânico (fase I associou-se a maior relaxamento em resposta aos agonistas da produção de óxido nítrico; 3 a remoção de magnésio do banho orgânico (fase II esteve associada à redução na intensidade do relaxamento em resposta aos agonistas da produção de óxido nítrico; 4 a restauração de magn

  13. Incidence of vascular complications in patients submitted to percutaneous transluminal coronary angioplasty by transradial and transfemoral arterial approach Incidencia de complicaciones vasculares en pacientes sometidos a angioplastía coronaria transluminal percutánea por vía arterial transradial y transfemoral Incidência de complicações vasculares em pacientes submetidos a angioplastia coronariana transluminal percutânea por via arterial transradial e transfemoral

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marinez Kellermann Armendaris

    2008-03-01

    arteriales transradiales que cuando las intervenciones se realizan por vía transfemoral.OBJETIVO: Descrever as complicações vasculares relacionadas às punções arteriais transradial e transfemoral, em pacientes submetidos à angioplastia coronariana transluminal percutânea (ACTP. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo que incluiu pacientes submetidos à ACTP. Foi realizada entrevista e aplicado um instrumento para coleta de fatores risco/preditores de complicações. Após o procedimento foi realizado exame físico, mensuração dos sinais vitais e avaliado o local da punção. RESULTADOS: Foram incluídos 199 pacientes, com idade 64±10 anos, Complicações encontradas para via radial e femoral respectivamente: equimose (18,29%, (17,14%; hematoma (17,66%, (14,27%; retenção urinária (2,43%, (25,71%; perda de permeabilidade do vaso (8,53%, (0%. CONCLUSÃO: As complicações presentes foram consideradas menores ou secundárias conforme classificação literária. Existiu maior incidência de complicações vasculares relacionadas às punções arteriais transradiais quando comparadas às intervenções realizadas pela via transfemural.

  14. Perfil lipídico e efeitos da orientação nutricional em adolescentes com história familiar de doença arterial coronariana prematura Lipid profile and nutrition counseling effects in adolescents with family history of premature coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine A. Mendes

    2006-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: Examinar o perfil lipídico e parâmetros nutricionais de adolescentes com história familiar de doença arterial coronariana (DAC prematura e avaliar os efeitos da orientação nutricional. MÉTODOS: O estudo incluiu 48 adolescentes de ambos os sexos e idades entre 10 e 19 anos (grupo caso, n=18; grupo controle, n=30. RESULTADOS: Os filhos de coronarianos jovens apresentaram valores mais elevados de colesterol total (189 ± 30 vs. 167 ± 26 mg/dl, pOBJECTIVE: To assess lipid profile and nutritional parameters from adolescents with family history of premature coronary artery disease (CAD and assess the effects of nutritional counseling. METHODS: The study included 48 adolescents of both gender and with ages ranging from 10 and 19 years old (case group, n=18; control group, n=30. RESULTS: Offspring of young individuals with coronary artery disease showed higher values of total cholesterol (189 ± 30 vs. 167 ± 26 mg/dl, p < 0.01, LDL-C (144 ± 20 vs. 100 ± 27 mg/dl, p < 0.001 and apoB (80 ± 15 vs. 61 ± 18 mg/dl, p = 0.001 and lower values of HDL-C (45 ± 9 vs. 51 ± 13 mg/dl, p < 0.02 than control young individuals. Differences were not found for triglycerides and apoA-I. With a dietotherapeutic counseling, we obtained a reduction in alimentary consumption of saturated fatty acids (pre: 15.5 ± 4.7% vs. post: 6.6 ± 3.7%, p = 0.003 and an improvement in lipid profile: TC (-8%, p = 0.033, LDL-C (-18.2%, p = 0.001, TG (-53%, p = 0.002 rates in offspring of premature CAD patients who showed hyperlipidemia. CONCLUSION: The presence of dyslipidemia was more prevalent among offspring adolescents of premature CAD patients, but it was responsive to nutritional intervention.

  15. Revascularização do miocárdio em paciente com situs inversus totalis e dextrocardia Coronary artery bypass grafting in a patient with situs inversus totalis and dextrocardia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Keller Saadi

    2007-09-01

    Full Text Available O situs inversus totalis com dextrocardia é uma situação congênita rara. Relatamos o caso de uma paciente de 78 anos com esta anomalia, em síndrome coronariana aguda. A cinecoronariografia demonstrou lesões proximais graves, com aneurismas em artérias interventricular anterior, diagonal e coronária direita. Foram utilizados a artéria torácica interna direita anastomosada na artéria interventricular anterior e mais dois enxertos venosos. A paciente evoluiu bem. Poucos casos no mundo foram relatados com esta condição submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio, este é o terceiro caso no Brasil, sendo o primeiro no mundo com aneurismas coronarianos.Situs inversus totalis is a rare congenital anomaly. We report a 78 year old woman with this condition and ischemic coronary artery disease who underwent myocardial revascularisation. The cardiac catheterism showed severe proximal stenosis with aneurysms in the interventricular, diagonal and right coronary. The procedure was done with the surgeon positioned in the left hand side of the patient, with the righ internal thoracic artery anastomosed to the interventricular artery and two more vein grafts. Very few cases were reported in the world and this is the third case in Brazil and the first in the world with coronary aneurysms.

  16. Insuficiência renal aguda e febre prolongada – um caso de nefrite intersticial aguda induzida por fármacos

    OpenAIRE

    Melo, Cláudia; Santos Silva, Rita; Tomé, Soraia; Carvalho, Sónia; Teixeira, Paulo

    2013-01-01

    A nefrite intersticial aguda (NIA) é uma causa de insuficiência renal aguda em idade pediátrica. A etiologia medicamentosa é a mais frequente e o tratamento primário da NIA consiste na eliminação do agente etiológico suspeito. Descreve-se o caso de uma adolescente, de 15 anos, com uma síndrome febril com 24 dias de evolução, acompanhado de exantema maculopapular e insuficiência renal aguda (IRA). Após exclusão de etiologias mais frequentes, foi diagnosticada NIA induzida por fármacos e após d...

  17. O papel da fisioterapia respiratória na bronquiolite viral aguda = Role of chest physiotherapy in acute viral bronchiolitis

    OpenAIRE

    Luisi,Fernanda

    2008-01-01

    Objetivos: revisar a literatura médica sobre o uso da fisioterapia respiratória em crianças com bronquiolite viral aguda Fonte de dados: revisão, a partir do banco de dados PubMed, Medline e LILACS, de artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais, bem como dos livros texto mais importantes publicados nos últimos anos Síntese dos dados: a bronquiolite viral aguda é uma infecção muito freqüente em crianças. Apesar da baixa morbidade, representa aproximadamente 75%...

  18. Dacriocistite aguda: relato de 2 casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Helena Tavares Lorena

    2011-02-01

    Full Text Available A obstrução da via lacrimal no adulto pode ser congênita ou adquirida. No caso da forma adquirida, a etiologia se classifica em não específicas (o que envolve o epitélio de revestimento e/ou o plexo vascular submucoso do ducto lácrimo-nasal e específicas (infecções, inflamações, traumatismos, tumores e iatrogenias. O diagnóstico é estabelecido por meio da anamnese, seguida de avaliação clínica baseada na semiologia das vias lacrimais. Os pacientes acometidos pela obstrução da via lacrimal apresentam epífora, dores agudas e tumefação, principalmente na região do saco lacrimal, ocasionando ainda ectasia do mesmo em grau variável, podendo culminar com fistulização cutânea. Ao exame por imagem, utilizamos rotineiramente a dacriocistografia, que representa um ótimo meio de indicar a técnica cirúrgica mais viável. A dacriocistorrinostomia é indicada assim que for tratado o quadro clínico agudo inflamatório.

  19. Gastroenterites e infecções respiratórias agudas em crianças menores de 5 anos, em área da região Sudeste do Brasil, 1986-1987: II - Diarréias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldman Eliseu Alves

    1997-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O declínio da morbi-mortalidade pelas gastroenterites é, em boa parte, responsável pela queda da mortalidade infantil e da mortalidade por doenças infecciosas nos países do terceiro mundo. Esse agravo ainda se destaca, nesses países, como importante problema de saúde pública, especialmente, entre os menores de 5 anos. OBJETIVOS: Descrever aspectos do comportamento das gastroenterites entre crianças menores de 5 anos, residentes em 5 bairros do Município de São Paulo. MATERIAL E MÉTODO: Estudou-se uma amostra probabilística (N = 468 de crianças menores de 5 anos, residentes em 5 áreas do Município de São Paulo, SP (Brasil, acompanhada durante um ano, por meio de entrevistas mensais. RESULTADOS: Durante o acompanhamento foram identificados 139 episódios de diarréia, com uma duração média de 5,5 dias, 10% dos casos prolongaram-se por 15 dias ou mais. Em 20% dos episódios havia ao menos outra pessoa na família com diarréia. A incidência foi de 2,78 casos por 100 crianças/mês, sendo mais elevada nos menores de 2 anos. Em 46,1% dos episódios de gastroenterite as crianças não demandaram assistência médica tendo sido tratadas pelas próprias mães, ou não receberam qualquer tratamento; em 51,8% dos episódios o atendimento foi feito em serviços de assistência primária à saúde e somente 2,1% dos casos necessitaram tratamento hospitalar. Nenhuma criança evoluiu para óbito. Entre as medidas terapêuticas mais utilizadas estão a reidratação oral (25,2% e a antibioticoterapia associada à reidratação oral (11,5%; em somente 2 casos foi feita reidratação endovenosa. Alguns fatores socioeconômicos e antecedentes pessoais mostraram-se associados à ocorrência de diarréias, entre eles, as condições da habitação, saneamento básico e renda familiar "per capita" e história pregressa de diarréias freqüentes. DISCUSSÃO: Os resultados obtidos parecem refletir a tendência de diminuição da

  20. Insuficiência respiratória aguda causada por pneumonia em organização secundária à terapia antineoplásica para linfoma não Hodgkin Acute respiratory failure caused by organizing pneumonia secondary to antineoplastic therapy for non-Hodgkin's lymphoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriell Ramalho Santana

    2012-12-01

    Full Text Available Doenças difusas do parênquima pulmonar pertencem a um grupo de doenças de evolução geralmente subaguda ou crônica, mas que podem determinar insuficiência respiratória aguda. Paciente masculino, 37 anos, em terapia para linfoma não Hodgkin, admitido com tosse seca, febre, dispneia e insuficiência respiratória aguda hipoxêmica. Iniciadas ventilação mecânica e antibioticoterapia, porém houve evolução desfavorável. Tomografia computadorizada de tórax mostrava opacidades pulmonares em "vidro fosco" bilaterais. Devido ao paciente ter feito uso de três drogas relacionadas à pneumonia em organização (ciclofosfamida, doxorrubicina e rituximabe e quadros clínico e radiológico serem sugestivos, iniciou-se pulsoterapia com metilprednisolona com boa resposta. Pneumonia em organização pode ser idiopática ou associada a colagenoses, drogas e neoplasias, e geralmente responde bem a corticoterapia. O diagnóstico é anatomopatológico, mas condições clínicas do paciente não permitiam a realização de biópsia pulmonar. Pneumonia em organização deve ser diagnóstico diferencial em pacientes com aparente pneumonia de evolução desfavorável ao tratamento antimicrobiano.Interstitial lung diseases belong to a group of diseases that typically exhibit a subacute or chronic progression but that may cause acute respiratory failure. The male patient, who was 37 years of age and undergoing therapy for non-Hodgkin's lymphoma, was admitted with cough, fever, dyspnea and acute hypoxemic respiratory failure. Mechanical ventilation and antibiotic therapy were initiated but were associated with unfavorable progression. Thoracic computed tomography showed bilateral pulmonary "ground glass" opacities. Methylprednisolone pulse therapy was initiated with satisfactory response because the patient had used three drugs related to organizing pneumonia (cyclophosphamide, doxorubicin and rituximab, and the clinical and radiological symptoms were

  1. Perfil clínico-angiográfico na doença arterial coronariana: desfecho hospitalar com ênfase nos muito idosos Perfil clínico-angiográfico en la enfermedad arterial coronaria: desenlace hospitalario con énfasis en los muy añosos Clinical and angiographic profile in coronary artery disease: hospital outcome with emphasis on the very elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheli Zanotti Galon

    2010-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Conhecer fatores de risco e manifestações clínicas da doença arterial coronariana (DAC permite-nos intervir de maneira mais eficaz junto a uma determinada população. OBJETIVO: Identificar perfis clínicos e angiográficos dos pacientes submetidos a cateterismo cardíaco, atendidos em um hospital terciário e tratados por meio de intervenções coronarianas percutâneas (ICP. MÉTODOS: Casuística de 1.282 pacientes submetidos a 1.410 cateterismos cardíacos, selecionados de mar/2007-mai/2008 em um banco de dados de um hospital geral para diagnóstico de doença arterial coronariana (DAC. Fatores de risco, indicação do exame, detalhes técnicos da ICP e desfechos intra-hospitalares foram prospectivamente coletados. RESULTADOS: Foram 688 (54,0% pacientes do sexo masculino, com média de idade de 65,4 ± 10,9 anos, sendo 20,0% acima dos 75 anos. O quadro clínico confirmado com mais frequência foi o de síndrome coronariana aguda (SCA sem supradesnivelamento do segmento ST (SST (38,7%. A DAC multiarterial ocorreu em 46,4%, foi indicada ICP em 464 pacientes, sendo tratadas 547 lesões-alvo (tipo B2 ou C, em 86,0%, sendo destas, 14,0% tratadas com stent farmacológico. Dentre os IAM com SST, ICP primária foi realizada em 19,0% dos pacientes, sendo que, destes, 77,0% foram transferidos dos hospitais de origem tardiamente (ICP tardia e não receberam trombolítico prévio, e 4,0% realizaram ICP de resgate. Foi obtido sucesso angiográfico em 94,2% das ICPs. Aconteceu óbito em 5,6% dos pacientes, tendo estes uma média de idade de 75,2 ± 10,2 anos. CONCLUSÃO: Observamos predomínio de idosos (estando 20,1% > 75 anos e do sexo masculino. Dos fatores de risco para DAC, os mais frequentes foram hipertensão arterial sistêmica e dislipidemia. Ocorreu predomínio da SCA. A idade > 75 anos, DAC multiarterial e a insuficiência renal crônica foram os preditores de óbito intra-hospitalar.FUNDAMENTO: Conocer factores de riesgo y

  2. Biological diversity variations of pediatric acute leukemia in Brazil: contribution of immunophenotypic profiles to epidemiological studies Diversidades biológicas da leucemia aguda em crianças no Brasil: contribuição de perfis imunofenotípicos para estudos epidemiológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria S. Pombo-de-Oliveira

    2005-03-01

    Full Text Available We describe the demographic and biological characteristics of 1,459 children with acute leukemia in Brazil to compare the effect of immunophenotypic differences with environmental factors that might be involved in the etiology of acute lymphoblastic leukemia (ALL. Combined morphological and immunological classifications were available for 96% of cases. Of these, 55% were B cell precursor ALL comprising pro-B ALL and c-ALL, 15% T-ALL and 1.6% mature B-ALL. The proportion of Bp and T-ALL differed by race with 59% of whites being Bp-ALL and 60.7% of non-whites being T-ALL. Further inspection of these data revealed that the proportions of whites in each type (Bp/T-cell ALL are almost identical in older children (60.3% and 59.3% respectively but differ substantially in younger cases (Os autores descrevem as características biológicas de 1.459 crianças com leucemias agudas no Brasil, para comparar os efeitos de diferentes perfis imunofenotípicos com fatores ambientais que podem estar associados à etiologia das leucemias linfoblásticas agudas (LLA. As classificações morfológicas e imunofenotípicas combinadas foram aplicadas em 96% dos casos. Nestes, 55% foram classificados como LLA de células B precursoras (LLA-Bp que compreendem LLA-pro-B e LLA-comum, 15% LLA-T, e 1,6% LLA-B. A proporção de LLA-Bp e LLA-T difere entre si quanto à raça, com 59% das LLA-Bp em crianças brancas, enquanto 60,7% LLA-T em crianças não-brancas. No entanto, as análises proporcionais de brancos versus não brancos para cada subtipo, quando ajustadas por idade, são semelhantes em crianças maiores de 6 anos (60,3% LLA-Bp e 59,3% LLA-T, mas diferem substancialmente em crianças menores, com 63,6% de LLA-Bp e 37,3% de LLA-T em brancos (0,0001. Estes resultados são consistentes com excesso de LLA-Bp em crianças brancas mais jovens, embora a distribuição entre LLA-Bp e LLA-T em cada região seja semelhante sem significado estatístico. As taxas de incid

  3. Colecistitis aguda por Streptococcus constellatus

    OpenAIRE

    M Sandra Gómez-Canosa; Cristina Lijó-Carballeda; Begoña Vázquez-Vázquez; M José Bello-Peón

    2016-01-01

    Presentamos el caso de una paciente de edad avanzada y significativa comorbilidad que se diagnosticó de colecistitis aguda por Streptococcus constellatus. El drenaje de la vesícula biliar por colecistostomía percutánea, asociado a penicilinas, ha conseguido una evolución favorable. We report the case of a patient of advanced age and significant comorbidity diagnosed acute cholecystitis by Streptococcus constellatus. Gallbladder drainage by percutaneous cholecystostomy associated ...

  4. Evidência sorológica da infecção aguda pelo Toxoplasma gondii em gestantes de Cascavel, Paraná Serological evidence of acute Toxoplasma gondii infection in pregnant women in Cascavel, Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia de Lucena Mioranza

    2008-12-01

    Full Text Available Para verificar a ocorrência da toxoplasmose em Cascavel, Paraná, cidade próxima a região onde ocorreu o maior surto epidêmico descrito mundialmente, 334 amostras de soros de gestantes foram triadas pelo ensaio imunoenzimático comercial IgG no Laboratório Municipal de Cascavel, e confirmadas no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo por imunofluorescência IgG, ensaio imunoenzimático e avidez de IgG in house. A soropositividade pelo IgG comercial foi 54,2%, pela imunofluorescência 54,8% e pelo IgG in house 53,9%, com boa concordância entre imunofluorescência/IgG comercial (Kappa=0,963781; co-positividade=97,8%; co-negatividade=98,7% e imunofluorescência/IgG in house (Kappa=0,975857; co-positividade=97,8%; co-negatividade=100%. A evidência de infecção aguda nas gestantes foi similar tanto pela avidez de IgG (2,4% ao ano como pela análise estatística de tendência (teste χ2 por faixa etária (2% ao ano, sugerindo que a triagem sorológica pré-natal e a vigilância epidemiológica são imprescindíveis para redução do risco da toxoplasmose na região, embora sem evidência de surto epidêmico.In order to investigate the incidence of toxoplasmosis in Cascavel, Paraná, a city near the region where the largest reported epidemic outbreak in the world occurred, 334 serum samples from pregnant women were screened using a commercial IgG immunoenzymatic assay at the Municipal Laboratory in Cascavel and were confirmed at the Institute of Tropical Medicine in São Paulo, by means of IgG immunofluorescence, immunoenzymatic assaying and the in-house IgG avidity test. The IgG seropositivity from the commercial test was 54.2%, from immunofluorescence 54.8% and from the in-house IgG 53.9%, with good agreement between immunofluorescence and the commercial IgG test (kappa = 0.963781; co-positivity = 97.8%; co-negativity = 98,7% and between immunofluorescence and the in-house IgG (kappa = 0.975857; co-positivity = 97.8%; co

  5. O cuidado nos centros municipais educacionais infantis em relação às infecções respiratórias agudas = The care in the municipal centers for children education about acute respiratory infections

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloeth Kaliska Piva

    2012-01-01

    Full Text Available As infecções respiratórias agudas (IRA são causa de morbidade e mortalidade na infância, e sua crescente manifestação e transmissão nos centros educacionais infantis têm sugestionado maior atenção aos cuidados prestados nesses locais as crianças. Este estudo teve por objetivo conhecer as atitudes preventivas e curativas do cuidado proporcionado pelos monitores educacionais dos Centros Municipais Educacionais Infantis da Cidade de Cascavel - PR diante das IRA. Para tanto, realizamos entre novembro a dezembro de 2008, uma pesquisa qualitativa com 12 monitores educacionais, por meio da entrevista semi-estruturada gravada. Os aspectos emergentes das entrevistas foram pontuados e orientado na ótica do cuidado integral de José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres. As ações das monitoras educacionais em relação as IRA têm caráter curativo, sendo fundamentadas no cuidado técnico e entendimentos causais. Nessas ações faltam elementos que compõem o cuidado integral como o movimento, a interação, a reconstrução de identidades e alteridades, a não-causalidade, a plasticidade, a temporalidade e a responsabilidade. Diante disso, enfatiza-se a necessidade de preparar os monitores e as instituições para o cuidado integral. E, sobretudo, a articulação dos centros educacionais aos setores de saúde promovendo a aplicação de estratégias para o controle, prevenção e promoção da saúde das crianças.Acute respiratory infections are the causes of morbidity and mortality during infancy and childhood. Their increasing manifestation and transmission in day-care centers have demanded greater attention for children’ care in such institutions. Current research investigates prevention and care activities provided by educational monitors of day-care center in Cascavel, Paraná State, Brazil, with regard to acute respiratory infections. A qualitative research was undertaken with 12 educational monitors between November and December 2008

  6. Comparação de critérios diagnósticos de insuficiência renal aguda em cirurgia cardíaca Comparison of diagnostic criteria for acute kidney injury in cardiac surgery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Campos Sampaio

    2013-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Há grande controvérsia quanto ao diagnóstico de Insuficiência Renal Aguda (IRA, existindo mais de 30 diferentes definições. OBJETIVO: Avaliar a incidência e os fatores de risco para desenvolvimento de IRA no pós-operatório de cirurgia cardíaca de acordo com os critérios RIFLE, AKIN e KDIGO, e comparar o poder prognóstico desses critérios. MÉTODOS: Estudo de corte transversal que incluiu 321 pacientes (62 [53 - 71] anos, 140 homens consecutivamente submetidos a cirurgia cardíaca entre junho de 2011 e janeiro de 2012. Os pacientes foram acompanhados por 30 dias, com vistas ao desenvolvimento de um desfecho composto (mortalidade, necessidade de diálise e internação prolongada. RESULTADOS: A incidência de IRA variou de 15% - 51%, conforme o critério diagnóstico adotado. Enquanto a idade se associou ao risco de IRA nos três critérios, houve variação nos demais determinantes. Durante o acompanhamento, 89 pacientes apresentaram o desfecho e todos os critérios se associaram ao risco aumentado na análise Cox univariada e após o ajuste para idade, sexo, diabetes e tipo de cirurgia. Contudo, após novo ajuste para tempo de circulação extracorpórea e presença de baixo débito cardíaco, apenas o diagnóstico de IRA pelo critério KDIGO manteve esta associação significativa (HR= 1,89 [95% IC: 1,18 - 3,06]. CONCLUSÕES: A incidência e os fatores de risco para IRA pós-cirurgia cardíaca têm grande variação de acordo com os critérios diagnósticos utilizados. Em nossa análise, o critério KDIGO se mostrou superior ao AKIN e ao RIFLE quanto ao seu poder prognóstico.BACKGROUND: There is considerable controversy regarding the diagnosis of Acute Kidney Injury (AKI, and there are over 30 different definitions. OBJECTIVE: To evaluate the incidence and risk factors for the development of AKI following cardiac surgery according to the RIFLE, AKIN and KDIGO criteria, and compare the prognostic power of these criteria

  7. Síndrome da angústia respiratória aguda associada à varicela em paciente adulto: exemplo de suporte respiratório extracorpóreo em doenças endêmicas brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela da Silva Mendes

    2014-12-01

    Full Text Available Descreveu-se aqui o caso de um homem de 30 anos de idade com quadro de varicela grave, hipoxemia refratária, vasculite do sistema nervoso central e insuficiência renal anúrica. Foi necessário transporte por ambulância com suporte respiratório extracorpóreo veno-venoso, sendo este utilizado até a recuperação do paciente. Discute-se o potencial uso de oxigenação por membrana extracorpórea em países em desenvolvimento para o controle de doenças comuns nestas áreas.

  8. Insuficiência renal aguda associada à leptospirose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth De Francesco Daher

    2010-12-01

    Full Text Available A leptospirose é a zoonose mais importante do mundo. Os pacientes são tipicamente homens jovens. Vários fatores estão envolvidos na insuficiência renal aguda (IRA na leptospirose, incluindo ação nefrotóxica direta da leptospira, hiperbilirrubinemia, rabdomiólise e hipovolemia. Os principais achados histológicos são nefrite intersticial aguda e necrose tubular aguda. A IRA na leptospirose é geralmente não oligúrica e hipocalêmica. Alterações da função tubular precedem a queda na taxa de filtração glomerular, o que poderia explicar a alta frequência de hipocalemia. O tratamento antibiótico é eficaz nas fases precoces e tardias e/ou graves. Para pacientes críticos com IRA na leptospirose, as seguintes condutas são recomendadas: hemodiálise precoce e diária; baixa infusão de volume (devido ao risco de hemorragia pulmonar, e estratégias de proteção pulmonar. A mortalidade na IRA associada à leptospirose está em torno de 22%.

  9. Ataxias agudas en la infancia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yaline Betancourt Fursow

    2013-09-01

    Full Text Available La ataxia cerebelosa aguda infantil (ACAI es la forma más frecuente de complicación neurológica por el virus de la varicela.Descritas dentro del grupo de las cerebelitis agudas. Los objetivos de este estudio fueron: evaluar la presentación clínica, manejo y seguimiento de niños hospitalizados con ACAI en un hospital pediátrico terciario donde la inmunización para varicela no está disponible (parte I y describir los diagnósticos diferenciales de la cerebelitis aguda (parte II. Estudiamos 95 pacientes. Los criterios diagnósticos de ataxia aguda se basaron en: pérdida aguda de la coordinación o dificultad para la marcha con o sin nistagmo asociado y duración menor de 48 horas, en un niño previamente sano. Estos criterios se cumplían en todos los casos valorados, excepto en las ataxias secundarias a ingesta de tóxicos, en los que la duración debía ser menor de 24 horas para su inclusión en el estudio. Se registraron los datos en una historia clínica pediátrica y neurológica. Entre los pacientes inmunosuprimidos la incidencia mayor fue la complicación por varicela. La mayoría de los pacientes fueron varones. El rango de edad fue la preescolar, 5 años . El intervalo entre la presentación del rash y el ingreso fue de 1 a 3 días. El estudio de LCR se practicó en 59.5% de los casos. La TAC y la resonancia magnética cerebral (RM presentaron edema en el 33.3%. El aciclovir endovenoso fue utilizado en 23 pacientes; pero no hubo diferencias significativas en las manifestaciones clínicas y seguimiento entre tratados y no tratados. La ataxia fue la primera manifestación clínica. La estadía hospitalaria fue de 4 días (rango: 2-11 días.

  10. Ativação adrenérgica intramiocárdica na cardiomiopatia chagásica e doença arterial coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Nastari

    2011-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A norepinefrina miocárdica está alterada na disfunção ventricular esquerda. Em pacientes com cardiomiopatia chagásica (CC, essa questão ainda não foi discutida. OBJETIVO: Determinar o nível de norepinefrina (NE miocárdica em pacientes com CC e compará-la em pacientes com doença arterial coronariana (DAC e relacionar NE miocárdica com a fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE. MÉTODOS: Estudamos 39 pacientes com CC, divididos em grupo 1: 21 indivíduos com FEVE normal e grupo 2: 18 com FEVE diminuída. Dezessete pacientes com DAC foram divididos em grupo 3: 12 indivíduos com FEVE normal e grupo 4: 5 indivíduos com FEVE diminuída. Ecocardiografia bidimensional foi usada para medir a FEVE. A NE miocárdica foi determinada através de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC. RESULTADOS: A NE miocárdica na CC com e sem disfunção ventricular foi 1,3±1,3 e 6,1±4,2 pg/μg de proteína não-colagenosa, respectivamente (p<0,0001; na DAC com e sem disfunção ventricular, foi 3,3±3,0 e 9,8±4,2 pg/μg de proteína não-colagenosa, respectivamente (p<0,0001. Uma correlação positive foi observada entre a FEVE e a concentração de NE miocárdica em pacientes com CC (p<0,01; r = 0,57 e também naqueles com DAC (p<0,01; r=0,69. Uma diferença significante foi demonstrada entre as concentrações de NE em pacientes com FEVE normal (grupos 1 e 3; p = 0,0182, mas nenhuma diferença foi observada em pacientes com FEVE diminuída (grupos 2 e 4; p = 0,1467. CONCLUSÃO: Pacientes com CC e fração de ejeção global normal apresentam uma denervação cardíaca precoce, quando comparados à pacientes com doença arterial coronariana.

  11. Transplante de células-tronco hematopoéticas em crianças e adolescentes com leucemia aguda: experiência de duas instituições Brasileiras Hematopoietic stem cell transplantation in children and adolescents with acute leukemia: experience of two Brazilian institutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliane Morando

    2010-01-01

    Full Text Available O transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH é o tratamento de escolha para leucemias agudas de alto risco. Apesar da melhora na sobrevida destes pacientes, a recidiva continua sendo a maior causa de óbito pós-transplante de células-tronco hematopoéticas. O objetivo deste trabalho foi analisar os resultados dos transplantes realizados em crianças com leucemia aguda em duas instituições brasileiras. Realizou-se estudo retrospectivo de 208 pacientes transplantados entre 1990-2007. Mediana de idade: 9 anos; 119 pacientes com leucemia linfoide aguda (LLA e 89 com leucemia mieloide aguda (LMA. Doença precoce: CR1 e CR2. Doença avançada: >CR3, doença refratária ou recidivada. Noventa pacientes vivos entre 258-6.068 dias (M:1.438, com sobrevida global (SG de 45% (3 anos e a sobrevida livre de recaída (SLR 39% (três anos. 14/195 pacientes tiveram falha primária de pega (8%. Não houve diferença na sobrevida global e sobrevida livre de recaída entre pacientes com leucemia linfoide aguda e leucemia mieloide aguda, entre transplantes aparentados e não aparentados, tampouco entre as fontes de células utilizadas. O desenvolvimento da doença do enxerto contra hospedeiro (DECH aguda ou crônica também não influenciou a sobrevida global e sobrevida livre de recaída. Pacientes com leucemia linfoide aguda condicionados com irradiação corporal total (TBI apresentaram melhor sobrevida global e sobrevida livre de recaída (pHematopoietic Stem Cell transplantation (HSCT is the treatment of choice for patients with high-risk leukemia. In spite of this, relapse remains a major cause of death of these patients. Our objective was to analyze the outcomes of patients with acute leukemia submitted to hematopoietic stem cell transplantation in two Brazilian institutions. A retrospective study of 208 patients transplanted between 1990 and 2007 with a median age of 9 years (range: 1-18 years was made. One hundred and nineteen patients had

  12. Acute diarrhea in hospitalized children of the municipality of juiz de fora, MG, Brazil: prevalence and risk factors associated with disease severity Diarreia aguda em crianças hospitalizadas no município de Juiz de Fora, MG: prevalência e fatores de risco associados à gravidade da doença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Monica Couto Guedes Sejanes da Rocha

    2012-12-01

    .CONTEXTO: Diarreia aguda é uma causa frequente de internação em crianças menores de 5 anos. O conhecimento da prevalência e dos fatores de risco associados à gravidade da diarreia aguda é fundamental no controle da morbimortalidade. OBJETIVO: Descrever a prevalência das características demográficas, epidemiológicas e clínicas de pacientes menores de 6 anos hospitalizados por diarreia aguda e investigar a associação entre esses determinantes e a gravidade do episódio diarreico. MÉTODO: Estudo transversal, retrospectivo, realizado no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2008, no município de Juiz de Fora, MG. Foram avaliados 6.201 prontuários das crianças de 0 a 6 anos de idade hospitalizadas em duas instituições públicas de ensino que respondem juntas por 84% das internações no município. Diarreia aguda foi definida como presença de pelo menos três evacuações líquidas ou de consistência amolecida em 24 horas por no máximo 14 dias. Os pacientes com diarreia aguda foram divididos em dois grupos, de acordo com a gravidade do quadro e foi considerado diarreia grave o período de hospitalização maior ou igual a 4 dias. Os dados epidemiológicos e clínicos dos pacientes foram avaliados e comparados através da aplicação do teste do qui ao quadrado e do modelo de regressão logística binomial. RESULTADOS: A prevalência de internações por diarreia aguda foi de 8,4%. Os fatores que mostraram associação significativa com gravidade do episódio diarreico foram: idade inferior a 6 meses (P = 0,01, OR = 2,762; início da doença no outono (P = 0,033, OR = 1,742, presença de febre (P = 0,017, OR = 1,715 e uso de antibioticoterapia durante a internação (P = 0,000, OR = 3,872. CONCLUSÕES: Diarreia é a terceira causa de internação em crianças abaixo dos 6 anos em Juiz de Fora. Baixa idade (inferior ou igual a 6 meses, febre, uso de antibiótico na internação e início do episódio diarreico no outono são fatores de risco associados ao maior

  13. O volume plaquetário médio abaixo do normal está associado com extensão reduzida de doença arterial coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tolga Sinan Güvenç

    2013-03-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A extensão da doença arterial coronariana aterosclerótica em pacientes com angina estável tem importantes implicações prognósticas e terapêuticas. Em modelos atuais de evolução de placas, os trombócitos desempenham um papel importante no crescimento de placas. O volume plaquetário médio é um marcador facilmente determinado, com evidência de correlação com a agregabilidade plaquetária in vitro, além de valores comprovadamente maiores após eventos vasculares agudos. OBJETIVO: No presente estudo, investigou-se a relação entre o volume plaquetário médio e a extensão angiográfica da doença arterial coronariana em pacientes com angina estável. MÉTODOS: Foram analisados prontuários, hemograma completo e dados angiográficos anteriores de 267 pacientes elegíveis com angina estável. A extensão angiográfica da doença arterial coronariana foi avaliada à luz de dados angiográficos, com o uso por um especialista do escore de Gensini em uma cardiologia invasiva. Os valores para o volume plaquetário médio foram obtidos a partir de hemogramas completos, obtidos um dia antes da angiografia. Com relação ao intervalo populacional para o volume plaquetário médio, os pacientes foram agrupados dentro (n = 176 e abaixo (n = 62 do referido intervalo. Foi realizada uma comparação entre grupos e uma análise correlacional. RESULTADOS: Não houve correlação linear entre o escore de Gensini total e o volume plaquetário médio (p = 0,29, ao passo que a contagem total de trombócitos apresentou correlação inversa com o volume plaquetário médio (p < 0,001, r = 0,41. Os pacientes com volume plaquetário médio abaixo do normal apresentaram um escore de Gensini (36,73 ± 32,5 vs. 45,63 ± 32,63; p = 0,023 e doença coronariana triarterial (18% VS. 36%; p = 0,007 significativamente inferiores se comparados com aqueles apresentando valores de volume plaquetário médio dentro dos intervalos populacionais. CONCLUS

  14. Intervenção coronariana percutânea no Brasil: resultados do Sistema Único de Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leopoldo Soares Piegas

    2011-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O Sistema Único de Saúde (SUS realiza aproximadamente 80% das intervenções coronarianas percutâneas (ICP no Brasil. O conhecimento desses dados permitirá planejar adequadamente o tratamento da doença arterial coronariana (DAC. OBJETIVO: Analisar e discutir os resultados das ICP realizadas pelo SUS. MÉTODOS: Foram avaliados os dados do SIH/DATASUS disponibilizados para consulta pública. RESULTADOS: Entre os anos de 2005 a 2008 foram realizados 166.514 procedimentos em 180 hospitais. A mortalidade hospitalar média foi de 2,33%, variando de 0% a 11,35%, sendo mais baixa no Sudeste, 2,03% e mais alta na região Norte, 3,64% (p 0,05. A mortalidade foi maior no gênero feminino (p 65 a (p < 0,001. No diagnóstico de angina (79.324, 47,64% a mortalidade foi de 1,03% e no de IAM (33.286, 32,30% 6,35% (p < 0,0000001. No implante único de stent, o mais frequente (102.165, 61,36%, a mortalidade foi de 1,20%, e na ICP primária (27.125, 16,29%, 6,96%. CONCLUSÃO: Embora crescente, ainda é baixo o número de ICP no país. Os hospitais de grande volume, em menor número, foram responsáveis pela maior parte dos procedimentos. O implante único de stent por internação foi o procedimento reportado mais empregado. As mortalidades tiveram grande variabilidade entre os hospitais. A ICP primária foi a responsável pela maior taxa de mortalidade.

  15. Aspectos histomorfológicos e respiratórios em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina Histomorphologic and respiratory aspects of acute lung injury in rats induced by experimental sepsis and under pentoxifylline treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Rogerio Souza de Oliveira

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar as alterações histomorfológicas e respiratórias em modelo de lesão pulmonar aguda por sepse em ratos tratados com pentoxifilina. MÉTODOS: Foram utilizados 15 ratos adultos distribuídos em três grupos (n=5, por grupo, assim constituídos: GC - receberam apenas ventilação mecânica; GS - Animais sépticos tratados com solução salina e mecanicamente ventilados; GS+PTX - Animais sépticos, com infusão de pentoxifilina e mecanicamente ventilados. Todos os animais foram ventilados por um período de 180 minutos. Ao final deste período, foram avaliadas variáveis gasométricas (gasometria arterial, gravimétricas (relação peso úmido/peso seco, concentração de proteínas totais no lavado broncoalveolar e histomorfométricas (espessura dos septos alveolares. Os dados obtidos foram submetidos a análise estatística (P OBJECTIVE: Respiratory repercussion on acute lung injury in a model of induced sepsis intraperitoneally. METHODS: Fifteen animals taken at random were submitted to adult male Wistar rats. The rats were randomly divided into 3 groups (n=15: Group C - control group received only mechanical ventilation; Group S - rats received live Escherichia coli (E. coli intraperitoneally (septic and after 6 hours they were treated with normal saline infusion and ventilated with a low tidal volume. Group S+PTX - rats received live Escherichia coli intraperitoneally (septic and after 6 hours they were treated with pentoxifylline (PTX infusion and ventilated with a low tidal volume. All animals were ventilated during 180 minutes. We analyzed the arterial blood gases, gravimetric indices and histomorphometric analysis. RESULTS: Blood gases, wet to dry ratios, and total protein concentrations in the bronchoalveolar lavage were analyzed in all experimental groups. In the end of the experiment the partial pressure of oxygen was higher in the GS+PTX (460,0 ± 38,2 mmHg compared with GS (336,0 ± 14,6 mmHg. Pentoxifylline with

  16. Dominância coronariana na síndrome da hipoplasia do coração esquerdo Coronary dominance patterns in hypoplastic left heart syndrome

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Decio Cavalet Soares Abuchaim

    2011-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Apesar de a síndrome do coração esquerdo hipoplásico (SCEH ser extensamente estudada, esta doença ainda apresenta mortalidade elevada se comparada a outras doenças tratadas como fisiologia univentricular. Assim, diferenças morfológicas entre fenótipos dentro do espectro da SCEH podem ser fatores de risco e sua identificação pode auxiliar na escolha terapêutica entre os subgrupos anatômicos. OBJETIVOS: Determinar a forma mais frequente de dominância coronariana em corações com SCEH nos subgrupos com atresia (AM e estenose mitral (EM. MÉTODOS: Análise da anatomia coronariana de acordo com a distribuição dos ramos epicárdicos e o padrão de dominância, classificadas em direita, esquerda ou balanceada. O grupo controle foi composto por nove peças de corações morfologicamente normais. O grupo SCEH constituiu-se de nove peças com AM e 24 peças com EM. Para análise estatística foi utilizado o teste do qui-quadrado. RESULTADOS: Houve diferença significativa entre os dois grupos em relação à dominância coronariana (x²= 9,298; P=0,01. A dominância esquerda esteve presente em 75% dos casos de EM, e a balanceada só foi observada na EM. No grupo controle, observou-se dominância direita em todos os casos (PINTRODUCTION: Although hypoplastic left heart syndrome (HLHS be extensively studied, this disease still has a high mortality rate compared to other diseases treated as univentricular physiology. In this way, morphological differences between phenotypes within the spectrum of HLHS may be risk factors and their identification can assist in choosing treatment between subgroups. OBJECTIVE: To identify the most prevalent form of coronary artery dominance in hearts with HLHS groups with mitral atresia (MA and mitral stenosis (MS. METHODS: Analysis of coronary anatomy according to the distribution of epicardial branches and the pattern of dominance, classified as right, left or balanced. The control group was

  17. Acute bacterial meningitis in HIV, pacients in southern Brazil: Curitiba, Paraná, Brazil Meningite bacteriana aguda em portadores de HIV, no sul do Brasil: Curitiba, Paraná, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio M. de Almeida

    2007-06-01

    Full Text Available Acute communitarian bacterial meningitis and AIDS are prevalent infectious disease in Brazil. The objective of this study was to evaluate the frequency of acute communitarian bacterial meningitis in AIDS patients, the clinical and cerebrospinal fluid (CSF characteristics. It was reviewed the Health Department data from city of Curitiba, Southern Brazil, from 1996 to 2002. During this period, 32 patients with AIDS fulfilled criteria for acute bacterial meningitis, representing 0.84% of the AIDS cases and 1.85% of the cases of bacterial meningitis. S. pneumoniae was the most frequent bacteria isolated. The number of white blood cells and the percentage of neutrophils were higher and CSF glucose was lower in the group with no HIV co-infection (p 0.12; 0.008; 0.04 respectively. Bacteria not so common causing meningitis can occur among HIV infected patients. The high mortality rate among pneumococcus meningitis patients makes pneumococcus vaccination important.A meningite bacteriana aguda comunitária e a AIDS são doenças prevalentes no Brasil. O objetivo desse estudo foi avaliar a freqüência de meningite bacteriana aguda comunitária entre os pacientes com AIDS e as características clínicas e do líquido cefalorraquidiano (LCR. Foram revistos os dados da Secretaria Municipal da Saúde, Curitiba, Paraná, Brasil, nos anos de 1996 a 2002. Nesse período, 32 pacientes com AIDS preencheram os critérios para meningite bacteriana aguda, representando 0,84% dos casos com AIDS e 1,85% dos casos com meningite bacteriana aguda. A bactéria mais freqüentemente isolada foi S. pneumoniae. A celularidade total e a porcentagem de neutrófilos no LCR foi mais elevada e a glicose foi mais baixa no grupo sem co-infecção (p 0,12; 0,008; 0,04 respectivamente. Bactérias menos freqüentes como agentes etiológicos de meningite podem ocorrer. A taxa de mortalidade elevada entre pacientes com meningite por pneumococo torna a vacinação importante.

  18. Monocitose é um marcador de risco independente para a doença arterial coronariana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afiune Neto Abrahão

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Inflamação e ativação das células do sistema imunológico têm participação importante na patogênese da aterosclerose. Este estudo analisa o leucograma que incluiu neutrófilos, eosinófilos, linfócitos, monócitos e basófilos dos pacientes com doença arterial coronariana (DAC crônica e no infarto agudo do miocárdio (IAM. MÉTODOS: Analisamos o leucograma de 232 pacientes não-diabéticos, com idade entre 15 e 88 anos. A DAC estava presente em 142 pacientes (57 com DAC estável e 85 com IAM, diagnosticada angiograficamente, comparada a 90 indivíduos-controle. Os grupos controle e DAC foram comparáveis para a idade, índice de massa corpórea, antecedentes familiares, tabagismo, hipertensão, HDL e LDL (todas variáveis com p > 0,25. RESULTADOS: A análise univariada mostrou maior prevalência de leucocitose na DAC, sendo maior nos pacientes com IAM quando comparados com a DAC estável. O mesmo comportamento foi observado para os monócitos. Porém, a distribuição foi semelhante para as demais células do hemograma. A análise multivariada pelo método da regressão logística, utilizando-se os modelos stepwise (todas variáveis e backward (p < 0,25, mostrou que a monocitose foi variável independente para DAC e para o IAM. CONCLUSÃO: O número de monócitos, um dos mais importantes componentes do processo inflamatório na placa aterosclerótica, foi um marcador de risco independente para a DAC e para o IAM.

  19. Immunohistochemical expression of oestrogen and progesterone receptors during experimental acute and chronic murine Schistosomiasis mansoni Expressão imunohistoquímica de receptores para estrogênio e progesterona nas fases aguda e crônica da esquistossomose mansônica experimental em camundongos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fawzia Ahmed Habib

    2010-10-01

    Full Text Available INTRODUCTION: The responsibility of Schistosoma mansoni in female infertility is still controversial. This study was conducted to evaluate the effect of acute and chronic schistosomiasis mansoni infection on the endometrium using immunohistochemical analysis of uterine hormone receptor expression. METHODS: Twenty-four nonpregnant swiss albino mice were divided into three groups: control, noninfected; acute; and chronic Schistosoma mansoni infection. Histological sections of uterine specimens were examined by light microscope with an image analyzing system to detect structural histological, estrogen receptor (ER and progesterone receptor (PR expression in the endometrium. RESULTS: No secretory phase was detected in the endometrium in acute and chronic Schistosoma infection. Hormone receptor expression (ER and PR showed statistically significant differences among the groups (pINTRODUÇÃO: A responsabilidade do Schistosoma mansoni em esterilidade feminina é ainda controversa. Este estudo é conduzido para avaliar o efeito da esquistossomose mansoni aguda e crônica no endométrio usando análise de imuno-histoquímíca da expressão de receptor hormonal uterina. MÉTODOS: Vinte e quatro camundongos fêmeas albinas suíças não grávidas foram divididas em 3 grupos (controle não-infectado, grupos agudos e crônicos infeccionados com Schistosoma mansoni. As seções histológicas de espécimes uterinos foram examinadas por microscópio leve com imagem, analisando sistema para detectar no endométrio expressões histológicas estruturais, receptor de estrogênio (ER e receptor de progesterona (PR. RESULTADOS: Nenhuma fase secretora foi detectada no endométrio com infecção aguda e crônica de Schistosoma. A expressão hormonal de receptor (ER e PR mostrou diferenças estatisticamente significantes entre grupos diferentes (p<0,05 com baixa significativa hormonal de ER com infecção crônica (comparado com controle proliferativo, controle secret

  20. Tratamiento de tromboembolia pulmonar aguda

    OpenAIRE

    Pulido,Tomás; Reyes-Fuentes,Luis Felipe; Beltrán-Gámez,Miguel; Rodríguez,Armando; Rosado,Carolina; Valle-Zamora,Karina del; Ramírez-Neria,Paulina; Garza,Paola de la; Téllez,Jorge; Sandoval,Julio

    2012-01-01

    La tromboembolia pulmonar (TEP) es considerada como una urgencia cardiovascular, representa una de las principales causas de morbilidad y mortalidad en pacientes hospitalizados. El diagnóstico debe realizarse lo más tempranamente posible, y su tratamiento instaurarse de manera inmediata. El manejo de la embolia pulmonar aguda, incluye medidas de soporte, apoyo hemodinámico, utilización de anticoagulantes y en el caso del paciente inestable, trombólisis o embolectomía. En el presente artículo,...

  1. Colecistitis aguda por Streptococcus constellatus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M Sandra Gómez-Canosa

    2016-03-01

    Full Text Available Presentamos el caso de una paciente de edad avanzada y significativa comorbilidad que se diagnosticó de colecistitis aguda por Streptococcus constellatus. El drenaje de la vesícula biliar por colecistostomía percutánea, asociado a penicilinas, ha conseguido una evolución favorable. We report the case of a patient of advanced age and significant comorbidity diagnosed acute cholecystitis by Streptococcus constellatus. Gallbladder drainage by percutaneous cholecystostomy associated with penicillins has achieved a favorable outcome.

  2. Estudo retrospectivo e comparativo de quarenta e três olhos com hidropisia aguda em quinhentos e sessenta e sete casos de ceratocone Retrospective and comparative study of forty-three eyes with acute hydrops among five-hundred-sixty-seven keratoconus cases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Valadares de Souza Pena

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar as características clínicas e os resultados do tratamento cirúrgico entre casos com e sem hidropisia aguda, do total de 567 pacientes com ceratocone. MÉTODOS: Foram revistos os prontuários de todos os casos de ceratocone acompanhados entre 1982 e 2000 no Hospital Universitário Antônio Pedro - UFF e na Clínica Oftalmológica Souza Pena, em Niterói. Acuidade visual, tempo de evolução, tipo de correção ótica, morfologia do ceratocone, classificação ceratométrica e resultados cirúrgicos foram as principais variáveis comparadas entre os dois grupos. RESULTADOS: A incidência de hidropisia aguda foi 5,8%. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos quanto ao sexo, história familiar e atopia. No grupo da hidropisia aguda, 72,7% dos casos foram classificados como periféricos, contrastando com 21,4% do grupo controle (p PURPOSE: To compare clinical characteristics and surgical out comes between keratoconus cases with and without acute hydrops (AH. METHODS: All keratoconus cases followed up at the Hospital Universitário Antônio Pedro - UFF and at Clinica Oftamológica Souza Pena between 1982 and 2000 were reviewed. Main analyzed outcome parameters were: visual acuity, follow-up time since diagnosis, type of visual correction, morphological and keratometric classification, and surgical results. RESULTS: The overall acute hydrops incidence was 5.8%. Gender, keratoconus family history, atopy did not differ significantly between the two groups. Among acute hydrops cases, 72.7% were classified as peripheral cones, against 21.4% of the control cases (p < 0.05. Overall, 19% of the patients needed penetrating keratoplasty (PK. Out of 1062 eyes that did not develop acute hydrops, 8.4% underwent PK, compared to 88.4 % of the acute hydrops eyes (p < 0.05. Surgical outcomes showed no significant difference between the two groups. CONCLUSION: Peripheral cones were more frequently related to acute

  3. Acute toxicity test of agricultural pesticides on silver catfish (Rhamdia quelen fingerlings Teste de toxicidade aguda de pesticidas agrícolas em alevinos de jundiás (Rhamdia quelen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Kreutz

    2008-08-01

    Full Text Available Toxicity risks of agricultural pesticides to fishes are pivotal. Currently, many questions remain unsolved regarding to the toxicity of commonly used pesticides to silver catfish (Rhamdia quelen, a South American catfish. The present studies have been designed to investigate the acute toxicity and the lethal concentration (LC50 of four herbicides, two fungicides and two insecticides to silver catfish fingerlings. All experiments were carried out in triplicates, in a static bioassay system, using commercially available pesticides. The data was analyzed through the Trimmed Spearman-Karber method available from the Environmental Protection Agency. The 96hLC50 and 95% lower and upper confidence limits, respectively, for the following pesticides were determined: glyphosate (7.3mg L-1; 6.5-8.3, atrazine (10.2mg L-1; 9.1-11.5, atrazine+simazine (10.5mg L-1; 8.9-12.4, mesotrione (532.0mg L-1; 476.5-594, tebuconazole (5.3mg L-1; 4.9-5.7, methylparathion (4.8mg L-1; 4.3-5.3, strobulurin and triazol (9.9mg L-1; 8.7-11.2. Diflubenzuron was also tested and caused no fish mortality up to 1g L-1. The toxic concentration of these pesticides to silver catfish fingerlings fell above the concentration used for application in the field and, except following accidental application or misplacing of empty recipients, it should not cause fish mortality. Nonetheless, the data obtained will be useful to study the long-term effect of these products on the hematological, biochemical, hormonal and immunological parameters of silver catfish and related fish species in South Brazil.A toxicidade dos defensivos agrícolas para peixes é um importante fator de risco a ser avaliado. Até o presente, muitos aspectos da toxicidade dos principais defensivos agrícolas para jundiá (Rhamdia quelen ainda não foram investigados. No presente estudo, a toxicidade aguda e a concentração letal (CL50 de quatro herbicidas, dois fungicidas e dois inseticidas foram determinadas para

  4. Envolvimento de Aeromonas em surto de doença diarréica aguda em São Bento do Una, Pernambuco Aeromonas associated with an acute diarrhea outbreak in São Bento do Una, Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernesto Hofer

    2006-04-01

    Full Text Available No primeiro semestre de 2004, ocorreu um surto de diarréia em São Bento do Una, Pernambuco, registrando-se 2.170 casos. Nas 582 coproculturas realizadas, 145 (25% revelaram um enteropatógeno bacteriano, destacando 114 casos (19,5% com a participação de Aeromonas, representadas por Aeromonas caviae (57/9,8%, Aeromonas veronii biovar sobria (23/3,9%, Aeromonas veronii biovar veronii (15/2,6% e outras espécies (19/3,2%. Nos 31 episódios restantes (5,3%, foram detectados: V. cholerae O1 Ogawa toxigênico (18/3,1%, Salmonella spp (8/1,4%, Shigella spp (3/0,5% e Vibrio cholerae não O1/não O139 (2/0,3%.An acute diarrhea outbreak, with 2170 cases, was described during January to July, 2004, in São Bento do Una, Pernambuco. 582 stools were examined and an enteric pathogen was recovered in 25% (145 patients. Aeromonas species were the most frequent (114-19.5% and the main isolates were Aeromonas caviae (57-9.8%, Aeromonas veronii biovar sobria (23-3.9%, Aeromonas veronii biovar veronii (15-2.6% and other species (19-3.2%. The other isolated enteropathogens were Vibrio cholerae O1-Ogawa toxigenic (18-3.1%, Salmonella spp (8-1.4%, Shigella spp (3-0.5% and Vibrio cholerae non-O1/non-O139 (2-0.3%.

  5. Evolução e característica de lactantes com bronquiolite viral aguda submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva pediátrica brasileira Outcome and characteristics of infants with acute viral bronchiolitis submitted to mechanical ventilation in a Brazilian pediatric intensive care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Umpierre Bueno

    2009-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as características e a evolução de lactantes com bronquiolite aguda submetidos à ventilação mecânica. MÉTODOS: Estudo retrospectivo desenvolvido entre março 2004 e setembro 2006 (três invernos consecutivos, recrutando todos os lactantes (menos de 12 meses de idade com diagnóstico de bronquiolite viral aguda e submetidos à ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva, brasileira, ligada a uma universidade. Os parâmetros de ventilação mecânica adotados no 1°, 2° 3° e 7° dia e antes da extubação foram avaliados, assim como a evolução (taxa de mortalidade, presença da síndrome de desconforto respiratório agudo e prevalência de complicações. Os grupos foram comparados usando o teste t de Student, o teste U de Mann-Whitney e o teste Qui-Quadrado. RESULTADOS: Foram incluídos 59 lactantes (3,8 ± 2,7 meses de idade, 59% de sexo masculino com 9,0 ± 9,4 dias em ventilação mecânica. Antes da ventilação mecânica, ventilação não-invasiva foi instituída em 71% dos lactantes. Foi observada anemia em 78% da amostra. Em 51 lactantes (86,5%, o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores foi mantido até extubação intratraqueal, com mortalidade nula e baixa prevalência de pneumotórax (7,8%. A síndrome de desconforto respiratório agudo, ocorreu em 8 lactantes (13,5% com mortalidade mais elevada e alta prevalência de pneumotórax (62,5%. CONCLUSÕES: O declínio na mortalidade em crianças com bronquiolite viral aguda tem sido observado mesmo em regiões não desenvolvidas, com altas taxas de anemia e partos prematuros. A baixa mortalidade está associada à manutenção o padrão obstrutivo de vias aéreas inferiores durante o tempo em ventilação mecânica. O desenvolvimento da síndrome de desconforto respiratório agudo está associado a uma mortalidade mais elevada e maior porcentagem de complicações representando o desafia atual para o tratamento de crianças com

  6. Carambola como causa de lesão renal aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karilla Lany Scaranello

    2014-04-01

    Full Text Available A carambola pertence à família das Oxalidáceas, espécie Averrhoa carambola. É rica em sais minerais, vitaminas A, C, complexo B e ácido oxálico. Estudos recentes demonstram que a toxicidade da fruta difere entre os indivíduos e pode ser explicada pelas respostas biológicas individuais como idade, quantidade da ingestão, neurotoxinas em cada tipo de fruta. Adicionalmente, a nefrotoxicidade causada pela fruta é dose dependente, podendo levar ao desenvolvimento de lesão renal aguda pela deposição de cristais de oxalato de cálcio intratubular, assim como por lesão direta das células epiteliais tubulares, levando à apoptose das mesmas. Relatamos o caso de uma paciente que, após a ingestão do suco da fruta e fruta in natura, desenvolveu lesão renal aguda, necessitando de terapia dialítica, evoluindo com desfecho favorável e recuperação da função renal.

  7. Uso de nifedipina e incidência de lesão renal aguda em pós-operatório de cirurgia de revascularização do miocárdio com CEC Use of nefidipine and acute kidney injury incidence in postoperative of myocardial revascularization surgery with cardiopulmonary bypass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Cristina Passaroni

    2010-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar durante o período perioperatório o uso da nifedipina na incidência de lesão renal aguda dos pacientes submetidos à revascularização do miocárdio com circulação extracorpórea. MÉTODOS: Foram estudados, de modo prospectivo e sequencial, 94 pacientes submetidos à revascularização do miocárdio com circulação extracorpórea. As dosagens da creatinina sérica foram realizadas durante pré-operatório e pós-operatório de 24, 48 horas e no 7º dia. Estabeleceu-se como definição para presença de lesão renal a elevação da creatinina sérica 30% em relação ao seu valor basal nas primeiras 24 ou 48 horas de pós-operatório. Os pacientes foram divididos em quatro grupos: G1, que recebeu nifedipina no pré-operatório; G2, que recebeu nifedipina no pós-operatório; G3, que recebeu nifedipina no pré e pós-operatórios e, G4, que não recebeu nifedipina. RESULTADOS: O grupo G4 mostrou maior elevação do percentual de creatinina sérica e maior percentual de pacientes que apresentaram insuficiência renal aguda em relação aos demais grupos no pós-operatório. CONCLUSÃO: Os valores da creatinina sérica e a incidência de lesão renal aguda no pós-operatório sugerem possível efeito nefroprotetor da nifedipina em pacientes submetidos à revascularização do miocárdio com circulação extracorpórea.OBJECTIVE: The objective of this work was to evaluate the influence of the use of nifedipine on the outcome of renal function in patients undergoing myocardial revascularization with cardiopulmonary bypass. METHODS: The casuistics and variables related to extracorporeal circulation were studied. Serum creatinine levels were measured preoperatively, 24, 48 hours and on 7th day postoperatively. Renal failure was defined as an increase in 30% of serum creatinine levels at 24 or 48 hours postoperatively compared to those at baseline. Patients were assigned to four groups: G1 (patients who received nifedipine

  8. Microcristais biliares na pancreatite aguda idiopática: indício para etiologia biliar oculta subjacente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CHEBLI Júlio Maria Fonseca

    2000-01-01

    Full Text Available As principais causas de inflamação pancreática no mundo são a litíase biliar e o alcoolismo crônico. Admite-se que 10 a 30% das pancreatites agudas sejam idiopáticas. Sugere-se que parte destas são causadas por microlitíase ou barro biliar, identificados pela presença de microcristais no sedimento biliar. Neste estudo, realizou-se análise microscópica da bile obtida por colangiopancreatografia endoscópica, em pacientes com pancreatite aguda idiopática, pancreatite aguda biliar e pancreatite crônica alcoólica - 20 em cada grupo. Pacientes com pancreatite aguda idiopática e microcristais na bile foram submetidos a colecistectomia. Naqueles inaptos à cirurgia efetuou-se esfincterotomia endoscópica ou tratamento com ácido ursodesoxicólico. Pacientes com pancreatite aguda idiopática sem cristais não receberam tratamento específico. A prevalência de microcristais biliares em pacientes com pancreatite aguda idiopática (75% e pancreatite aguda biliar (90% foi significativamente maior que naqueles com pancreatite crônica alcoólica (15%. A detecção de microcristais apresentou sensibilidade de 90%, especificidade de 85%, valor preditivo positivo de 85,7%, valor preditivo negativo de 89,4% e acurácia de 87,5% em identificar pancreatite de origem biliar. Nos pacientes com pancreatite aguda idiopática recurrente, cursando com microcristais, houve redução significante dos episódios de pancreatite após tratamento específico. No seguimento deste grupo durante 23,3 meses, recidiva ocorreu apenas naqueles que apresentavam "fator biliar persistente" (coledocolitíase ou microcristais. Todos os pacientes com pancreatite aguda idiopática submetidos a colecistectomia apresentavam colecistite crônica, e microlitíase foi observada em um paciente. No seguimento ultra-sonográfico, colelitíase foi detectada em um dos casos. No subgrupo de cinco pacientes com pancreatite aguda idiopática sem microcristais houve uma recidiva. Estudo

  9. Influência do nível de ruídos na percepção do estresse em pacientes cardíacos

    OpenAIRE

    2011-01-01

    OBJETIVO: Identificar os principais fatores geradores de estresse em pacientes internados em unidade coronariana e a influência do nível de ruídos na percepção de estresse dos mesmos. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e quantitativo, realizado de junho a novembro de 2009 na Unidade Coronariana do Hospital de Clínicas da Unicamp. Para identificar os fatores estressantes foi utilizada a Escala de Estressores em Unidade de Terapia Intensiva (Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale...

  10. Alterações agudas dos níveis de neurotransmissores em corpo estriado de ratos jovens após estado epiléptico induzido por pilocarpina Acute alterations of neurotransmitters levels in striatum of young rat after pilocarpine-induced status epilepticus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivelilson Mendes de Freitas

    2003-06-01

    Full Text Available Altas doses de agonista colinérgico muscarínico, pilocarpina, produzem alterações comportamentais, convulsões e estado epiléptico em ratos. O objetivo desse estudo foi verificar as alterações nas concentrações dos neurotransmissores em corpo estriado de ratos em desenvolvimento após estado epiléptico induzido pela pilocarpina. Ratas Wistar foram tratadas com uma única dose de pilocarpina (400mg/Kg; s.c.. Controles receberam salina. A concentração dos neurotransmissores foi determinada através do HPLC, no corpo estriado de ratos que no período de observação de 1 e 24h desencadearam estado epiléptico e não sobreviveram à fase aguda do quadro convulsivo. Foi observada redução nos níveis de dopamina, serotonina, ácido dihidroxifenilacético, ácido 5-hidroxiindolacético, e aumento no ácido 4-hidroxi-3-metoxi-fenilacético. Os resultados mostraram que a ativação do sistema colinérgico pode interagir com os sistemas dopaminérgico e serotonérgico nos mecanismos referentes à fase aguda do processo convulsivo.High doses of the muscarinic cholinergic agonist, pilocarpine, result in behavioural changes, seizures and status epilepticus in rats. The purpose of the present work is to invetigate the striatal neurotransmissors level in young rats after status epilepticus induced by pilocarpine. Wistar rats were treated with a single dose of pilocarpine (400mg/Kg; s.c.. Controls received saline. Young animals were closed observed for behavioural changes during 1 and 24h. In these periods, the animals that developed status epilepticus and didn't survive this acute phase of seizures had the brains removed and striatal neurotransmissors level determined by HPLC. The concentration of dopamine, serotonine, dihydroxyphenylacetic acid, 5-hydroxyindolacetic acid was reduced and an increase in 4-hydroxy-3-methoxy-phenylacetic acid was observed. These results suggest that cholinergic activation can interage with dopaminergic and

  11. Sertralina e pancreatite aguda: relato de caso

    OpenAIRE

    Malbergier,André; Oliveira Júnior,Hercílio Pereira de

    2004-01-01

    A pancreatite aguda é uma patologia grave e com considerável morbidade e mortalidade. Vários fatores são apontados como possíveis causas de pancreatite aguda. Neste relato, será apresentado um caso de pancreatite aguda com possível associação causal com um inibidor seletivo de recaptura de serotonina: sertralina. Após um mês de tratamento com sertralina, uma paciente do sexo feminino, 55 anos, desenvolveu forte dor abdominal e elevação da amilase sérica. Após internação e retirada da sertrali...

  12. RT-PCR em pools de soros sangüíneos para o diagnóstico da infecção aguda e de animais persistentemente infectados pelo vírus da diarréia viral bovina RT-PCR in pools of bovine blood serum to detect acute infection and persistently infected animals with bovine viral diarrhea virus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Pilz

    2007-02-01

    Full Text Available Utilizou-se a técnica da RT-PCR para a detecção da região 5' UTR do genoma do vírus da diarréia viral bovina (BVDV em pools de soros sangüíneos provenientes de um rebanho, constituído por 226 animais, que apresentava distúrbios da reprodução. A partir das amostras individuais de soro e de acordo com a categoria dos animais e o número de animais por categoria foram formados 10 pools (A a J de soros. A primeira avaliação revelou a amplificação de um produto com 290pb nas reações referentes aos grupos D (35 vacas e H (25 bezerros lactentes que, após o desmembramento em amostras individuais, resultou na identificação de 11 vacas lactantes e 12 bezerros em amamentação positivos. Para a identificação de animais persistentemente infectados (PI entre os 23 positivos na primeira avaliação, realizou-se a segunda colheita de soros sangüíneos, três meses após. A RT-PCR das amostras individuais de soro revelou resultado positivo em cinco bezerros. Em dois, foi possível isolar o BVDV em cultivo de células MDBK. A especificidade das reações da RT-PCR foi confirmada pelo seqüenciamento dos produtos amplificados a partir do soro de uma vaca com infecção aguda, de um bezerro PI e das duas amostras do BVDV isoladas em cultivo celular. A utilização da RT-PCR em pools de soros sangüíneos demonstrou ser uma estratégia rápida de diagnóstico etiológico e de baixo custo tanto para a detecção de infecção aguda quanto de animais PI.The 5' untranslated region of the bovine viral diarrhea virus (BVDV genome was detected by RT-PCR assay in pools of blood sera samples collected from a cattle herd (n=226 animals with reproductive failures. Based on the classes of animal and the number of animals per class, the individual blood serum samples were distributed in 10 sera pools (A to J. During the first evaluation a 290bp amplicon was amplified in reactions from groups D (35 cows and H (25 sucking calves. The individual analysis

  13. Serum protein concentrations, including acute phase proteins, in calves with hepatogenous photosensitization Teores séricos de proteínas, inclusive proteínas de fase aguda, em bovinos com fotossensibilização hepatógena

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.J. Fagliari

    2007-12-01

    Full Text Available One hundred 6- to 12-month-old Nelore calves were allotted into control group (G1; 50 healthy calves and photosensitization group (G2; n= 50. Blood samples were collected 12 to 24 hours after the onset of dermatitis (M1, and 15 to 30 days after that (M2, at time of resolution of clinical signs. Serum protein electrophoresis was performed by means of sodium dodecyl sulphate-polyacrylamide gel electrophoresis. Eighteen serum proteins with molecular weights ranging from 16,000 to 189,000 daltons (Da were identified in all calves. In M1 and M2 serum concentrations of proteins with molecular weights of 115,000Da (ceruloplasmin, 61,000Da (a1-antitrypsin, 45,000Da (haptoglobin, and 40,000Da (acid glycoprotein were significantly increased in calves. In conclusion, measurement of serum acute phase protein concentrations may be useful in monitoring the progression of bovine hepatogenous photosensitization, including guide probable alteration on therapeutic procedures.Foram examinados 100 bezerros da raça Nelore com 6 a 12 meses de idade, distribuídos em: grupo controle (G1; 50 bezerros sadios e grupo fotossensibilização (G2; n= 50. As amostras de sangue foram coletadas 12 a 24 horas após o início da dermatite (M1 e 15 a 30 dias após (M2, época da cura das lesões cutâneas. O proteinograma sérico foi obtido por eletroforese em gel de acrilamida. Em todos os bezerros foram identificadas 18 proteínas com pesos moleculares (PM entre 16.000 a 189.000 dáltons (Da. Em M1 e M2, as concentrações séricas das proteínas de PM 115.000Da (ceruloplasmina, 61.000Da (1-antitripsina, 45.000Da (haptoglobina e 40.000Da (glicoproteína ácida foram significativamente maiores em bezerros com fotossensibilização hepatógena em comparação com aquelas dos animais do grupo-controle. A determinação dos teores séricos de proteínas de fase aguda pode ser útil no monitoramento da progressão da fotossensibilização hepatógena em bovinos, inclusive orientando

  14. Preconditioning with L-alanyl-L-glutamine in a Mongolian Gerbil model of acute cerebral ischemia/reperfusion injury Pré-condicionamento com L-alanil-L-glutamina em modelo de isquemia/reperfusão cerebral aguda em Gerbils da Mongólia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Leite de Sousa Pires

    2011-01-01

    Full Text Available PURPOSE: To investigate the effect of L-alanyl-L-glutamine (L-Ala-Gln preconditioning in an acute cerebral ischemia/reperfusion (I/R model in gerbils. METHODS: Thirty-six Mongolian gerbils (Meriones unguiculatus, (60-100g, were randomized in 2 groups (n=18 and preconditioned with saline 2.0 ml (Group-S or 0.75g/Kg of L-Ala-Gln, (Group-G administered into the femoral vein 30 minutes prior to I/R. Each group was divided into three subgroups (n=6. Anesthetized animals (urethane, 1.5g/Kg, i.p. were submitted to bilateral occlusion of common carotid arteries during 15 minutes. Samples (brain tissue and arterial blood were collected at the end of ischemia (T0 and after 30 (T30 and 60 minutes (T60 for glucose, lactate, myeloperoxidase (MPO, thiobarbituric acid reactive substances (TBARS, glutathione (GSH assays and histopathological evaluation. RESULTS: Glucose and lactate levels were not different in studied groups. However glycemia increased significantly in saline groups at the end of the reperfusion period. TBARS levels were significantly different, comparing treated (Group-G and control group after 30 minutes of reperfusion (pOBJETIVO: Investigar o efeito do pré-condicionamento com L-alanil-L-glutamina (L-Ala-Gln em gerbils submetidos à isquemia/reperfusão (I/R cerebral aguda. MÉTODOS: Trinta e seis gerbils (Meriones unguiculatus (60-100g foram divididos em dois grupos (n=18 e pré-condicionados com 2,0 ml de soro fisiológico (Grupo-S ou 0.75g/kg de L-Ala-Gln, (Grupo-G, administrados na veia femoral 30 minutos antes da I / R. Cada grupo foi dividido em três subgrupos (n=6.Animais anestesiados com uretano, 1.5g/kg, ip, foram submetidos à oclusão bilateral das artérias carótidas comuns, durante 15 minutos. Amostras (tecido cerebral e sangue arterial foram coletadas no final da isquemia (T0 e após 30 (T30 e 60 minutos (T60 para a aferição das concentrações de glicose, lactato, mieloperoxidase (MPO, substâncias reagentes ao

  15. Alterações das concentrações plasmáticas de troponina I e de metaloproteinases 2 e 9 da matriz extracelular após embolia aguda em cães

    OpenAIRE

    Juliana Alves Uzuelli

    2008-01-01

    O diagnóstico da tromboembolia pulmonar aguda (EPA) e a avaliação da gravidade desta condição é desafiador. Enquanto as concentrações de troponina I cardíaca (TI) já estão bem estabelecidas quanto ao risco de estratificação, não há estudos prévios que tenham examinado se há alguma relação linear entre as concentrações de TI cardíaca e a gravidade da EPA. Além disso, as metaloproteinases (MMPs) da matriz extracelular estão envolvidas na fisiopatologia da EPA. Entretanto, é desconhecido se o au...

  16. Síndrome metabólica na doença arterial coronariana e vascular oclusiva: uma revisão sistemática Metabolic syndrome in coronary artery and occlusive vascular diseases: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Reis Elbert Farias

    2010-06-01

    Full Text Available Atualmente, a síndrome metabólica (SM se mostra altamente prevalente, sendo associada a fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis, tais como diabetes mellitus tipo 2, doenças ateroscleróticas e coronarianas. O objetivo desta revisão sistemática foi descrever os resultados de estudos que investigaram a associação da SM com a doença arterial coronariana e doenças vasculares oclusivas. Foi realizada a revisão sistemática com dados de estudos originais publicados entre 1999 e 2008, escritos em inglês ou português, utilizando-se as bases de dados Medline, Pubmed, Highwire Press e Science Direct. Foram incluídos artigos que fizeram o diagnóstico da SM através do critério do National Cholesterol Education Program - Adult Treatment Panel III (NCEP ATP III, 2001. Foram excluídos estudos realizados com animais, de suplementação e que realizaram administração oral ou endovenosa de qualquer substância, assim como aqueles de baixa qualidade metodológica e com amostra inicialmente heterogênea. Apesar da heterogeneidade entre os estudos, observou-se que indivíduos com SM apresentam maior probabilidade (risco = 2,13 de desenvolverem as doenças vasculares oclusivas, doença coronariana, diabetes mellitus e acidente vascular encefálico. Mudanças no estilo de vida, como práticas alimentares saudáveis, atividade física regular e a cessação do tabagismo devem ser incentivadas pelos profissionais da saúde a fim de minimizar as complicações e a morbimortalidade associada à SM.

  17. Confiabilidade de sintomas sugestivos de angina em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

    OpenAIRE

    Yilmaz Gunes; Mustafa Tuncer; Unal Guntekin; Hasan Ali Gumrukcuoglu; Serkan Akdag; Bulent Ozbay; Bunyamin Sertogullarindan

    2009-01-01

    FUNDAMENTO: Devido à sobreposição de sintomas e inadequada capacidade de exercícios, o diagnóstico não-invasivo da doença arterial coronariana (DAC) pode ser sub ou superestimado em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). OBJETIVO: Avaliar os resultados de angiografias coronarianas em pacientes com DPOC dependendo das características clínicas basais. MÉTODOS: Os registros médicos de 157 pacientes com DPOC e 157 pacientes sem DPOC pareados por características clínicas basais, ...

  18. Modulação da pressão intracraniana em um modelo experimental de hipertensão abdominal e lesão pulmonar aguda Factors associated with variation in intracranial pressure in a model of intra-abdominal hypertension with acute lung injury

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Godinho Zampieri

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito de alterações hemodinâmicas, respiratórias e metabólicas sobre a pressão intracraniana em um modelo de lesão pulmonar aguda e síndrome compartimental abdominal. MÉTODOS: Oito porcos Agroceres foram submetidos, após a instrumentação, a cinco cenários clínicos: 1 estado basal com baixa pressão intra-abdominal e pulmão sadio; 2 pneumoperitôneo, com pressão intra-abdominal de 20 mm Hg; 3 lesão pulmonar aguda induzida por lavagem pulmonar e desativação de surfactante; 4 pneumoperitôneo com pressão intra-abdominal de 20 mm Hg na vigência de lesão pulmonar aguda e com PEEP baixo; e 5 PEEP ajustado a 27 cm H2O na vigência de pneumoperitôneo e lesão pulmonar aguda. Variáveis respiratórias e hemodinâmicas foram coletadas. Análise multivariada foi realizada buscando as variáveis associadas com elevação da pressão intracraniana nos cinco cenários estudados. RESULTADOS: Após a análise multivariada, nas situações não associadas com lesão pulmonar aguda apenas a pressão de platô das vias aéreas se correlacionou positivamente com a pressão intracraniana. Nos modelos associados com lesão pulmonar aguda, a pressão de platô de vias aéreas, a pressão arterial de CO2, o CO2 no final da expiração e a pressão venosa central se correlacionaram positivamente com incrementos da pressão intracraniana. CONCLUSÃO: Em um modelo de disfunção orgânica múltipla com situações clínicas associadas com aumento da pressão torácica e abdominal, o incremento da pressão intracraniana desencadeado pela elevação da pressão abdominal parece ser decorrente da piora da complacência do sistema respiratório e da redução do gradiente para drenagem venosa cerebral ocasionado pela elevação da pressão venosa central.OBJECTIVE: To evaluate the effects of hemodynamic, respiratory and metabolic changes on intracranial pressure in a model of acute lung injury and abdominal compartment syndrome

  19. Chagas' disease: IgA, IgM and IgG antibodies to T. cruzi amastigote, trypomastigote and epimastigote antigens in acute and in different chronic forms of the disease Doença de Chagas: anticorpos IgG, IgM e IgA contra antígenos de amastigota, tripomastigota e epimastigota de T. cruzi em formas agudas e em diferentes formas crônicas da doença

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia S. C. Primavera

    1990-06-01

    Full Text Available In an attempt to find a better T. cruzi antigen and possible immunological markers for the diagnosis of different clinical forms of Chagas' disease, amastigote and trypomastigote antigens obtained from immunosuppressed mice infected with T. cruzi (Y strain were assessed in comparison with conventional epimastigote antigens. A total of 506 serum samples from patients with acute and with chronic (indeterminate, cardiac and digestive forms, from nonchagasic infections, and from healthy individuals were assayed in immunofluorescence (IF tests, to search for IgG, IgM and IgA antibodies. Amastigote proved to be the most convenient antigen for our purposes, providing higher relative efficiency indexes of 0.946, 0.871 and 0.914 for IgG, IgM and IgA IF tests, respectively. Anti-amastigote antibodies presented higher geometric mean titers (GMT than anti-trypomastigote and anti-epimastigote. Anti-amastigote IgG antibodies were found in all forms of Chagas' disease, and predominantly IgA antibodies, in chronic digestive and in acute forms, as well as IgM antibodies, in latter forms. Thus, tests with amastigote antigen could be helpful for screening chagasic infections in blood banks. Practical and economical aspects in obtaining amastigotes as here described speak in favour of its use in developing countries, since those from other sources require more complex system of substruction, specialized personnel or equipment.Com o intúito de se aperfeiçoar o diagnóstico sorológico das diferentes formas clínicas da doença de Chagas, foram estudados antígenos de formas amastigota e tripomastigota, obtidas de camundongos imunossuprimidos infectados com cepa Y de T. cruzi, em comparação com o de epimastigota convencionalmente utilizado. Um total de 506 amostras de soro de pacientes chagásicos com formas aguda e crônicas (indeterminada, cardíaca e digestiva, de indivíduos com infecções não relacionadas e de indivíduos sadios foi analisado por rea

  20. Estado oxidante e antioxidante de crianças com bronquiolite aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rusen Dundaroz

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: O estresse oxidativo demonstrou contribuir para a patogênese de doenças pulmonares inflamatórias agudas e crônicas. Nosso objetivo foi avaliar o estado oxidante/antioxidante de crianças com bronquiolite aguda por meio de mensuração da capacidade antioxidante total do plasma, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo. MÉTODOS: As crianças com bronquiolite aguda encaminhadas para o Departamento de Emergência Pediátrica do hospital universitário entre janeiro e abril 2012 foram comparadas a controles saudáveis de mesma idade. Os pacientes com bronquiolite aguda tiveram essa doença classificada como leve e moderada. O estado oxidante e antioxidante foi avaliado pela mensuração da capacidade antioxidante total do plasma, estado oxidante total e índice de estresse oxidativo. RESULTADOS: Foram incluídas 31 crianças com bronquiolite aguda com idade de três meses a dois anos e 37 crianças saudáveis. O estado oxidante total (EOT foi maior em pacientes com bronquiolite aguda do que no grupo de controle (5,16±1,99 µmol H2O2 em comparação a 3,78±1,78 µmol H2O2 [p = 0,004]. A capacidade antioxidante total (CAT foi significativamente menor em crianças com bronquiolite que no grupo de controle (2,51±0,37 µmol Trolox equivalente/L em comparação a 2,75±0,39 µmol Trolox Eqv/L (p = 0,013. Os pacientes com bronquiolite moderada apresentaram níveis de EOT mais elevados que os com bronquiolite leve e os do grupo de controle (p = 0,03, p < 0,001. Os pacientes com bronquiolite moderada apresentaram níveis de IEO mais elevados que os do grupo de controle (p = 0,015. O nível de saturação de oxigênio de pacientes com bronquiolite foi inversamente correlacionado ao nível de EOT (r = -0,476, p < 0,05. CONCLUSÃO: O equilíbrio entre os sistemas oxidante e antioxidante é interrompido em crianças com bronquiolite moderada, indicando que o fator de estresse poderá ter um papel na patogênese da doença.

  1. Estudo comparativo randomizado do implante de Stent de aço inoxidável recoberto por carbono semelhante ao diamante versus não recoberto em pacientes com doença arterial coronariana Randomized comparative study of diamond-like carbon coated stainless steel stent versus uncoated stent implantation in patients with coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    George César Ximenes Meireles

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar as taxas de reestenose e de eventos cardíacos maiores em um e seis meses pós-implante de stents recobertos com CSD com os não-recobertos. MÉTODOS: Estudo comparativo, prospectivo, randomizado, de 180 pacientes com diagnóstico de insuficiência coronária, submetidos a implante de stent recoberto com CSD (Phytis® ou stent não-recobertos (Penta®, no período de janeiro de 2003 a julho de 2004. Foram critérios de inclusão: lesão de novo com porcentual de estenose em diâmetro > 50% em artéria coronária com diâmetro de referência > 2,5 mm e OBJECTIVE: To compare restenosis and major cardiac event rates at one and six months after DLC-coated stent implantation with those of uncoated stents. METHODS: Randomized, prospective, comparative study of 180 patients with coronary insufficiency undergoing DLC coated stent (Phytis™ or uncoated stent (Penta™ implantation, from January, 2003 to July, 2004. Inclusion criteria were: de novo lesion with >50% diameter stenosis in a coronary artery with reference diameter > 2,5 mm and < 4 mm, and length < 20 mm. Exclusion criteria were: left main coronary artery and bifurcation lesions, chronic total occlusion, and in-stent restenosis. RESULTS: Clinical and angiographic baseline characteristics of the groups were similar. Procedural success was achieved in 98.9% of the patients in both groups. One cardiac death occurred in each group during hospitalization. Reference diameter and acute gain were greater in the Penta™ group (3.21±0.37 mm vs. 3.34±0.8 mm, p=0.02 and 2.3±0.5 vs. 2.49±0.5, p=0.009, respectively. Angiographic follow-up at six months showed similar rates of restenosis (24.3% vs. 21.8%, p=0.84 and of major cardiac events (16.8% vs. 17.5%, p=1. CONCLUSION: DLC coated stents did not provide better outcomes in relation to uncoated stents.

  2. Clinical features, diagnosis and treatment of acute primary headaches at an emergency center: why are we still neglecting the evidence? Características clínicas, diagnóstico e tratamento das cefaléias primárias agudas em um serviço de emergência: por que ainda negligenciamos as evidências?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Facundo Burgos Ruiz Jr

    2007-12-01

    Full Text Available In order to analyze the clinical features, approach and treatment of patients with acute primary headaches seen at the Clinics Hospital of the Federal University of Uberlândia (HC-UFU throughout 2005, the medical charts of 109 patients were evaluated through a standardized questionnaire as to age, gender, main diagnosis, characteristics of the headache attacks, diagnostic tests and treatment. Probable migraine was the most common type of primary headache (47.7%, followed by probable tension-type headache (37.6%, unspecified headache (11.9%, and headache not elsewhere classified (2.8%. As to characteristics of the crisis, the location of the pain was described in 86.2% of the patients. The most commonly used drugs for treatment of acute headache attacks were dipyrone (74.5%, tenoxicam (31.8%, diazepam (20.9%, dimenhydrate (10.9%, and metochlopramide (9.9%. The data collected are in agreement with those reported in literature. In most cases, treatment was not what is recommended by consensus or clinical studies with appropriate methodology. Therefore, we suggest the introduction of a specific acute headache management protocol which could facilitate the diagnosis, treatment and management of these patients.Com o objetivo de avaliar as características clínicas, abordagem e tratamento das cefaléias agudas primárias atendidas no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU no ano de 2005, 109 prontuários foram analisados através de questionário padronizado, segundo idade, sexo, diagnóstico principal, características das crises, propedêutica e tratamento. A distribuição dos pacientes quanto ao tipo de cefaléia foi a seguinte: provável enxaqueca 47,7%, provável cefaléia tensional 37,6%, cefaléia não classificada 11,9% e cefaléia não classificada em outro local 2,8%. No que tange às características da crise, a localização da dor foi descrita em 86,2% dos pacientes. No tratamento dos pacientes com crise

  3. Effects of cilostazol in kidney and skeletal striated muscle of Wistar rats submitted to acute ischemia and reperfusion of hind limbs Efeitos do cilostazol em rim e musculatura estriada esquelética de ratos Wistar submetidos à isquemia aguda e reperfusão de membros posteriores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Augusto Moreira Neto

    2012-11-01

    Full Text Available PURPOSE: To investigate the effect of cilostazol, in kidney and skeletal muscle of rats submitted to acute ischemia and reperfusion. METHODS: Fourty three animals were randomized and divided into two groups. Group I received a solution of cilostazol (10 mg/Kg and group II received saline solution 0.9% (SS by orogastric tube after ligature of the abdominal aorta. After four hours of ischemia the animals were divided into four subgroups: group IA (Cilostazol: two hours of reperfusion. Group IIA (SS: two hours of reperfusion. Group IB (Cilostazol: six hours of reperfusion. Group IIB (SS six hours of reperfusion. After reperfusion, a left nephrectomy was performed and removal of the muscles of the hind limb. The histological parameters were studied. In kidney cylinders of myoglobin, vacuolar degeneration and acute tubular necrosis. In muscle interstitial edema, inflammatory infiltrate, hypereosinophilia fiber, cariopicnose and necrosis. Apoptosis was assessed by immunohistochemistry for cleaved caspase-3 and TUNEL. RESULTS: There was no statistically significant difference between groups. CONCLUSION: Cilostazol had no protective effect on the kidney and the skeletal striated muscle in rats submitted to acute ischemia and reperfusion in this model.OBJETIVO: Investigar o efeito do cilostazol no rim e na musculatura esquelética de ratos submetidos à isquemia aguda e reperfusão. MÉTODOS: Quarenta e três animais foram aleatoriamente distribuídos em dois grupos. Grupo I recebeu solução de cilostazol (10 mg/Kg e Grupo II recebeu solução fisiológica a 0,9% (SF, após ligadura da aorta abdominal. Decorridas quatro horas de isquemia os animais foram distribuídos em quatro subgrupos: Grupo IA (Cilostazol: duas horas de reperfusão. Grupo IIA (SF: duas horas de reperfusão. Grupo IB (Cilostazol: seis horas de reperfusão. Grupo IIB (SF: seis horas de reperfusão. Após a reperfusão, realizou-se nefrectomia esquerda e a retirada da musculatura de

  4. Identificação de enfermidades agudas causadas por animais e plantas em ambientes rurais e litorâneos: auxílio à prática dermatológica Identification of acute diseases caused by animals and plants in wild environments: contribution to dermatologic practice

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vidal Haddad Junior

    2009-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Nos últimos anos, existe um aumento progressivo do contato de moradores urbanos com ambientes selvagens devido a atividades de lazer. Com isso, algumas dermatites pouco conhecidas podem ser observadas nas clínicas privadas e ambulatórios dermatológicos, especialmente nos inícios de semana e finais de férias. OBJETIVOS: Obter e fornecer informações para dermatologistas sobre o problema. PACIENTES E MÉTODOS: O autor observou, em adultos e crianças, dermatites agudas associadas a plantas ou animais em Ubatuba, cidade litorânea de São Paulo, por dois meses (junho/julho de 2006 e na Faculdade de Medicina de Botucatu, também por dois meses (junho/julho de 2007. RESULTADOS: Foram observados 25 pacientes na área rural e 43 na área litorânea nas condições estabelecidas. Em áreas rurais, foram mais observadas fitofotodermatites e picadas de insetos, enquanto em áreas litorâneas traumas por ouriços-do-mar e fitofotodermatites predominaram; entretanto, em ambas as áreas ocorreram outros acidentes de difícil identificação na prática diária. CONCLUSÕES: Devemos estar atentos ao fato de o paciente procurar o dermatologista somente após as fases agudas dos acidentes. Informações sobre as enfermidades mais comuns e suas características podem ser muito úteis para a prática nos consultórios. O autor sugere uma tabela algorítmica para auxílio diagnóstico.BACKGROUND: In recent years, there has been increasing contact between human beings that live in urban regions and the wild environment due to a series of activities. As a result, some poorly known dermatitis may present in private and dermatological clinics, especially early in the week and at the end of vacation periods. OBJECTIVES: To obtain and provide information for dermatologists on the problem. PATIENTS AND METHODS: The author observed adult and pediatric patients with acute dermatitis associated with plants or animals in Ubatuba, coastal city of Sao Paulo

  5. Influência do exercício físico e da temperatura corporal em marcadores de cardiotoxicidade aguda, induzida pela administração de D-anfetamina, no modelo animal

    OpenAIRE

    Ferreira, Maria Teresa do Vale

    2004-01-01

    Dissertação de Mestrado em Ciência do Desporto, área de especialização em Desporto de Recreação e Lazer, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto

  6. Hipometilação do LINE-1 está Associada ao Risco de Doença Cardíaca Coronariana na População Chinesa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Li Wei

    2014-06-01

    Full Text Available Fundamentos: O nível de metilação global do ADN de leucócitos no sangue tem sido associado ao risco de doença arterial coronariana (DAC, com resultados inconsistentes em diferentes populações. Faltam dados semelhantes da população chinesa, onde diferentes fatores genéticos, de estilo de vida e ambientais podem afetar a metilação do ADN e sua relação com o risco de DCC. Objetivos: Analisar se a metilação global está associada ao risco de doença coronariana na população chinesa. Métodos: Foram incluídos um total de 334 casos de DCC e 788 controles saudáveis. A metilação global do ADN de leucócitos de sangue foi estimada por meio da análise das repetições do LINE-1 usando pirosequenciamento de bissulfito. Resultados: Em uma análise inicial restrita aos controles o nível do LINE-1 diminui significativamente com a idade avançada, colesterol total elevado, e diagnóstico de diabetes. Na análise de caso-controle, a redução da metilação do LINE-1 foi associada ao aumento do risco de DCC, tendo a análise por quartil revelado uma odds ratio (IC 95% de 0,9 (0,6-1,4, 1,9 (1,3-2,9 e 2,3 (1,6 3.5 para o terceiro, segundo e primeiro (o mais baixo quartil (P da tendência < 0,001, respectivamente, em comparação com o quarto (o mais alto quartil. A metilação inferior (< mediana do LINE-1 esteve associada a 2,2 vezes (IC 95% = 1,7-3,0 o aumento de risco de doença coronariana. As estimativas de risco de DCC menores relacionadas com o LINE-1 tenderam a ser mais fortes entre os indivíduos com maior tercil de homocisteína (P interação = 0,042 e naqueles com diagnóstico de hipertensão arterial (P interação = 0,012. Conclusão: A hipometilação do LINE-1 está associada ao risco de doença coronariana na população chinesa. Fatores de risco de DCC potenciais tais como a idade avançada, colesterol total elevado, e diagnóstico de diabetes podem ter impacto na metilação global do ADN, exercendo, portanto, o seu

  7. Cirurgia de revascularização coronariana esquerda sem CEC e sem manuseio da aorta em pacientes acima de 75 anos: análise das mortalidades imediata e a médio prazo e das complicações neurológicas no pós-operatório imediato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Glauco LOBO FILHO

    2002-09-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A circulação extracorpórea (CEC e o manuseio da aorta ascendente (MAA estão associados a alta incidência de acidente vascular cerebral (AVC na cirurgia de revascularização do miocárdio (RM em pacientes idosos. Esta complicação deve-se, sobretudo, ao MAA, por ocasião do pinçamento e despinçamento, quer para isolamento do coração do circuito de CEC, quer para realização das anastomoses dos enxertos na aorta ascendente. OBJETIVOS: Verificar mortalidades imediata e a médio prazo e a ocorrência de AVC no pós-operatório imediato (POI em pacientes acima de 75 anos submetidos a cirurgia de revascularização do sistema coronariano esquerdo (SCE, sem CEC e sem MAA. MÉTODO: De janeiro de 2000 a abril de 2002, 40 pacientes acima de 75 anos (média 79,1 anos foram submetidos a cirurgia de revascularização do SCE, com enxerto de artéria torácica interna esquerda (ATIE para a artéria descendente anterior (DA, e enxerto(s de veia safena magna oriundo(s da ATIE para outro(s ramo(s da coronária esquerda (enxerto composto, sem CEC e sem MAA. Houve predominância do sexo masculino (67,5%. Foram realizados 89 enxertos (média 2,22 pontes por paciente, sendo 40 (44,94% de ATIE e 49 (55,06% de veia safena. A ocorrência de AVC foi avaliada por exames clínico e neurológico. RESULTADOS: Não foi observada ocorrência de AVC no grupo estudado. Não houve óbitos no POI. CONCLUSÃO: A cirurgia de revascularização do SCE em pacientes acima de 75 anos sem CEC e sem MAA pode ser realizada sistematicamente de modo a evitar a ocorrência de AVC, com baixa mortalidade.INTRODUCTION: Cardiopulmonary bypass (CPB and Ascending Aorta manipulation (AAM are associated with a high incidence of stroke in coronary surgery in patients older than 75 years. This complication is due, mostly, to the handling of the aorta by the time of the cross-clamping, either for heart isolation from CPB, or to perform saphenous vein graft anastomosis to the

  8. Oclusão arterial aguda de membros inferiores por êmbolo tumoral em paciente com neoplasia de pulmão Acute arterial occlusion of lower limbs caused by tumor embolism in a patient with lung neoplasia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane Queli Macedo de Alcântara

    2012-12-01

    Full Text Available A embolia arterial periférica originada de tumores malignos é considerada uma manifestação rara da doença neoplásica, podendo se originar de vários sítios, incluindo coração, aorta e veias pulmonares, sendo estas últimas, fontes massivas de embolia por trombo ou tumores com erosão para seu lúmen. Apesar de infrequente, a neoplasia pulmonar deve ser considerada como uma fonte de êmbolos para as extremidades, principalmente quando há invasão neoplásica para as veias pulmonares. Apresentamos o caso de um paciente do sexo masculino submetido à pneumectomia por neoplasia pulmonar, que evoluiu com oclusão arterial aguda de membros inferiores por êmbolo tumoral " a cavaleiro".Peripheral arterial embolism (PAE caused by malignant tumors is a rare manifestation of cancer. PAE may originate from several sites, including heart, aorta, and pulmonary veins. Such veins are a major source of thrombotic embolism or tumors with vascular erosion. Although uncommon, lung cancer should be regarded as a source of emboli in the extremities, especially when there is neoplastic invasion of the pulmonary veins. We report on a case of a male patient who underwent pneumonectomy for lung cancer who developed acute arterial occlusion of the lower extremities caused by saddle tumor embolus.

  9. Cariótipo em leucemia mielóide aguda: importância e tipo de alteração em 30 pacientes ao diagnóstico Karyotype in acute myeloid leukemia: importance and type of aberrations in 30 patients at diagnosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Arthur Flores Pelloso

    2003-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Análise sob o ponto de vista citogenético e clínico de pacientes com LMA. MÉTODOS: Foram estudados 30 pacientes, sendo 16 homens e 14 mulheres. A idade variou de 19 a 84 anos. O diagnóstico baseou-se na classificação OMS, imunofenotipagem e citogenética clássica por banda G. Foram tratados com o protocolo daunorrubicina e citarabina (3+7, com adição de ATRA na Leucemia Promielocítica Aguda. RESULTADOS: A taxa de sucesso de cariótipo foi 84%. De acordo com o cariótipo, os pacientes foram divididos em quatro grupos: prognóstico favorável (PF (6 (t(8;21, t(15;17; intermediário (PI (7 (quatro casos com cariótipo normal,+ 8, t(1;2 e del 18(q; desfavorável (PD (10 e três casos eram LMA secundária (dois evoluídos de síndrome mielodisplásica e uma apresentação de LMC em crise blástica. No grupo de PF, a idade mediana foi 23 e no PD 60 anos(pINTRODUCTION: Cytogenetics in AML at diagnosis is a well defined prognostic tool. Objective: The authors analized karyotype (KT and clinical data of newly diagnosed AML patients. METHODS: Thirty patients were studied, 16 male and 14 female. Age ranged from 19 to 84 years. Diagnostic criteria were based on WHO classification, immunophenotyping and G banding cytogenetics. They were treated according to standard protocol (daunorrubicin and cytarabine - 3+7 and those who had Acute Promyelocytic Leukemia additionally received ATRA. RESULTS: KT success rate was 84%. According to KT patients were divided into 4 groups: favourable prognosis (FP (6 (t(8;21, t(15;17; intermediary prognosis (IP (7(four normal karyotypes, + 8, t(1;2 and del 18(q; unfavourable prognosis (UP; and 3 secondary AML; two evolving from prior Mylelodysplastic Syndrome and one presenting as an initial blast crisis of chronic myeloid leukemia.The median age of FP was 23 years while UP was 60 years (p<0.003.In the FP, 5/6 (83% achieved complete remission (CR while only 1/7 (20%in the IP and 1/8 (12,5% in the UP. There

  10. Desfechos clínicos por região geográfica em pacientes com implante de stent eluidor de Zotarolimus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chaim Lotan

    2011-05-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Diferenças entre regiões geográficas em relação à características de pacientes e desfechos, particularmente em síndromes coronarianas agudas, tem sido demonstradas em testes clínicos. Os desfechos clínicos após intervenções coronarianas percutâneas com o stent eluidor de Zotarolimus em uma população real foram analisados com o tempo. OBJETIVO: A influência da localização geográfica sobre os desfechos clínicos com o stent eluidor de Zotarolimus foi avaliada em três regiões: Pacífico Asiático, Europa e América Latina. MÉTODOS: Um total de 8.314 pacientes (6.572 da Europa, 1.522 do Pacífico Asiático e 220 da América Latina foram acompanhados por 1 ano; 2.116 desses (1.613, 316, e 187, respectivamente foram acompanhados por 2 anos. Características dos pacientes e lesões, terapia antiplaquetária dupla e desfechos clínicos foram comparados entre a América Latina e as outras duas regiões. RESULTADOS: Os pacientes da América Latina apresentavam a maior proporção de fatores de risco e infarto do miocárdio prévio. O uso da terapia antiplaquetária dupla declinou rapidamente na América Latina, de 44,9% em 6 meses para 22,5% em 1 ano e 7,8% em 2 anos (Europa: 87,4%, 61,5%, 19,7%; Pacífico Asiático: 82,4%, 67,0%, 45,7%, respectivamente. Não houve diferenças significantes entre a América Latina e a Europa ou Pacífico Asiático para qualquer desfecho em qualquer ponto do tempo. A incidência de trombose de stent provável e definitiva pelo Academic Research Consortium foi baixa (<1,2% entre todos os pacientes em 1 ano e 2 anos. CONCLUSÃO: Os desfechos clínicos foram comparáveis entre os pacientes da América Latina e Europa, e América Latina e Pacífico Asiático, a despeito dos subgrupos clínicos menos favoráveis na América Latina, perfil de risco mais elevado e menor uso acentuado de terapia antiplaquetária dupla com o tempo.

  11. Aspectos virológicos e clínico-patológicos da infecção genital aguda e latente pelo herpesvírus bovino tipo 1.2 em bezerras infectadas experimentalmente Virological and clinico-pathological features of acute vulvovaginitis and latent infection by bovine herpesvirus 1.2 in heifers experimentally infected

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréia Henzel

    2008-03-01

    Full Text Available A infecção genital de vacas pelo herpesvírus bovino tipo 1.2 (BoHV-1.2 pode resultar em vulvovaginite e infertilidade temporária. Após a infecção aguda, o BoHV-1 estabelece infecção latente, que pode cursar com episódios periódicos de reativação. O presente trabalho descreve os aspectos virológicos e clínico-patológicos da vulvovaginite aguda e infecção latente resultantes da inoculação de bezerras com uma amostra de BoHV-1.2 isolada de casos de balanopostite em touros. A inoculação do vírus em quatro bezerras pela via genital (10(8.1TCID50/animal resultou em replicação viral na mucosa genital e no desenvolvimento de vulvovaginite moderada a severa. Os animais inoculados excretaram o vírus nas secreções genitais até o dia 10 pós-inoculação (p.i. com título máximo de 10(7.3TCID50/mL. Foram observados congestão e edema da mucosa vulvovestibular, e formação de pequenas vesículas e pústulas. Durante a progressão clínica, as vesículas e pústulas aumentaram de tamanho e eventualmente se tornaram coalescentes e recobertas por um exsudato fino de coloração amarelada. Estes sinais foram observados a partir do dia 2 p.i. e aumentaram progressivamente de severidade até os dias 5-8 p.i. A administração de dexametasona no dia 55 p.i. resultou em excreção viral nas secreções genitais dos quatro animais por até 10 dias. A reativação da infecção latente foi acompanhada de recrudescência clínica, porém com sinais menos severos e com menor duração do que na infecção aguda. O DNA viral latente foi detectado por PCR, aos 36 dias pós-reativação (p.r., nos seguintes tecidos: gânglio sacrais: pudendo (4/4; genitofemoral e retal caudal (3/4 e obturador (4/4 e em alguns linfonodos regionais. Estes resultados demonstram que o isolado SV-56/90 é virulento para fêmeas soronegativas, após inoculação genital, e pode ser utilizado em estudos de patogenia e de desafio vacinal.Venereal infection of heifers

  12. O papel da ventilação líquida no tratamento da insuficiência respiratória aguda em crianças - uma revisão sistemática The role of liquid ventilation in the treatment of acute respiratory failure in children - a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Freitas Góes

    2006-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: A ventilação líquida consiste no preenchimento total ou parcial dos pulmões por líquido (perfluorocarbono, eliminando a interface ar-líquido da membrana alveolar e reduzindo a tensão superficial em pulmões com deficiência de surfactante. Este trabalho tem como objetivo avaliar o papel da ventilação líquida no tratamento da insuficiência respiratória aguda em crianças. MÉTODOS: A técnica empregada foi uma revisão sistemática da literatura sobre ventilação líquida. O levantamento bibliográfico utilizou os bancos de dados MEDLINE, LILACS, COCHRANE LIBRARY e referências de artigos. Os termos utilizados para pesquisa foram: liquid ventilation, respiratory distress syndrome, meconium aspiration syndrome, congenital diaphragmatic hernia e acute respiratory distress syndrome. Foram procurados ensaios clínicos randômicos, estudos de coorte, caso-controle e série de casos. Os desfechos avaliados foram resposta sobre a oxigenação sangüínea, mecânica respiratória e a sobrevida dos pacientes. RESULTADOS: Foram selecionadas 284 publicações relacionadas à ventilação líquida durante o período de estudo. Destas, 22 (7,7% eram ensaios clínicos, e apenas seis referiam-se à utilização da ventilação líquida em crianças. Todas as seis publicações foram caracterizadas como série de casos e analisadas separadamente. CONCLUSÃO: A partir da análise dos estudos clínicos, pôde-se concluir que, pela falta de estudos clínicos randômicos e controlados, a ventilação líquida não pode ser recomendada como terapia para insuficiência respiratória aguda em pediatria.BACKGROUND: Liquid Ventilation consists of partially or completely filling the lungs with a fluid (perfluorcarbon. This brings about elimination of the air-liquid interface and reduction of the surface tension in lungs with surfactant deficiency. This article focuses on the role of liquid ventilation in the treatment of acute respiratory failure in

  13. Meningoencefalite na fase aguda do sarampo : relato de seis casos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EL-FAR FABIANE

    2000-01-01

    Full Text Available Apresentamos 6 casos de meningoencefalite aguda por sarampo, diagnosticados durante epidemia na cidade de São Paulo, em 1997. Os prontuários dos 6 pacientes foram analisados retrospectivamente. O diagnóstico de meningoencefalite baseou-se nas alterações clínicas e liquóricas, e foi confirmado por sorologia específica. Dos 467 pacientes com sarampo atendidos no Instituto de Infectologia Emílio Ribas nesse período, estes 6 evoluíram com alterações neurológicas e liquóricas durante a fase exantemática, sendo a sonolência e rigidez de nuca os achados mais frequentes. Os pacientes tinham entre 2 meses e 28 anos de idade. O exame do líquor mostrou pleocitose em todos. Não houve correlação entre a severidade do quadro clínico e liquórico com a evolução. Em 4 casos foi necessária internação na unidade de terapia intensiva; destes, 2 foram intubados. Apenas 2 pacientes apresentaram alterações na tomografia computadorizada de crânio. Todos tiveram boa evolução, sem sequelas.

  14. CONHECIMENTO DOS TRABALHADORES DA INDÙSTRIA METAL-MECÂNICA SOBRE FATORES DE RISCO PARA DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Bohrer Oliva

    2011-01-01

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: identificar o conhecimento dos trabalhadores da indústria metalmecânica em relação aos fatores de risco para doença arterial coronariana (DAC e às atitudes voltadas a sua prevenção. Métodos: estudo com delineamento transversal, realizado com um grupo de trabalhadores da indústria metal-mecânica do sul do Brasil. A amostra foi por conveniência. Os dados foram coletados por meio de um questionário e verificação de medidas antropométricas. Análise descritiva. Resultados: foram incluídos 100 trabalhadores, com idade média de 29,0+10,16 anos, 66% homens. A obesidade foi considerada como fator de risco para DAC por 94% dos trabalhadores, a hipertensão arterial por 88% e hipercolesterolemia por 80%. Em relação às atitudes para prevenção da DAC, 51% da amostra referiram praticar atividade física. Conclusão: a maioria dos entrevistados conhece os principais fatores de risco para DAC. Contudo, as atitudes voltadas à prevenção ainda são limitadas.

  15. Grupo de reflexão com profissionais de uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana: um relato de experiência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Suellen Rosana Costa Amaral

    Full Text Available Resumo Objetivo: descrever uma intervenção grupal realizada com os profissionais de uma equipe de saúde de uma Unidade de Terapia Intensiva Coronariana. Métodos: trata-se de um relato de experiência, em forma de narrativa, realizado por uma psicóloga-residente de um Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher. Foram realizados cinco encontros, que ocorreram mensalmente, com os diferentes turnos de trabalho. Resultados: foram encontradas dificuldades institucionais e resistências da própria equipe, que foram sanadas, ao longo dos encontros, por meio de vínculos com os participantes e da maior apropriação da proposta pelas coordenadoras do grupo e pelos participantes. As atividades realizadas foram intercaladas entre recursos expressivos e momentos mais reflexivos. Foi possível observar transformação na prática profissional dos participantes e na relação com a equipe; maior facilidade na comunicação entre todos e valorização do autocuidado por parte dos profissionais. Conclusão: ofertar um espaço de escuta, de troca de experiências e de reflexão propicia grande potencial gerador de mudanças positivas na rotina de trabalho e no bem-estar desses profissionais.

  16. Oclusão arterial aguda por derivados da ergotamina

    OpenAIRE

    Souza,Edison Barreto de; Araújo,Márcia Marinho Gomes de

    2009-01-01

    Os derivados da ergotamina compõem diversas drogas amplamente utilizadas no tratamento de ataques agudos de migrânea. A intoxicação por estas substâncias resulta geralmente de sua administração crônica, promovendo sintomas secundários ao espasmo arterial e à consequente isquemia distal. Neste artigo, é relatado o caso de uma paciente de 47 anos com diagnóstico de oclusão arterial aguda em membros inferiores secundária ao uso de derivados da ergotamina. Após a suspensão da droga e a prescrição...

  17. Preditores de injúria renal aguda em pacientes submetidos ao transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso Predictors of acute kidney injury in patients undergoing a conventional orthotopic liver transplant without veno-venous bypass

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Olival Cirilo L. da Fonseca-Neto

    2011-06-01

    Full Text Available RADICAL: Injúria renal aguda é uma das complicações mais comuns do transplante ortotópico de fígado. A ausência de critério universal para sua definição nestas condições dificulta as comparações entre os estudos. A técnica convencional para o transplante consiste na excisão total da veia cava inferior retro-hepática durante a hepatectomia nativa. Controvérsias sobre o efeito da técnica convencional sem desvio venovenoso na função renal continuam. OBJETIVO: Estimar a incidência e os fatores de risco de injúria renal aguda entre os receptores de transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. MÉTODOS: Foram avaliados 375 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado. Foram analisadas as variáveis pré, intra e pós-operatórias em 153 pacientes submetidos a transplante ortotópico de fígado convencional sem desvio venovenoso. O critério para a injúria renal aguda foi valor da creatinina sérica > 1,5 mg/dl ou débito urinário BACKGROUND: Acute kidney injury is one of the most common complications of orthotopic liver transplantation. The absence of universal criteria for definition of these conditions make comparisons difficult between studies. The conventional technique for transplantation is the total excision of the inferior vena cava during liver retro-native hepatectomy. Controversies about the effect of the conventional technique without venovenous bypass on renal function remain. AIM: To estimate the incidence and risk of acute kidney injury factors among recipients of orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. METHODS: Was studied 375 patients undergoing orthotopic liver transplantation. Variables were analyzed in preoperative, intraoperative and postoperative complications in 153 patients undergoing orthotopic liver transplantation without conventional venovenous bypass. The criterion for acute kidney injury was serum creatinine > 1.5 mg/dl or

  18. Associação do RIFLE com letalidade e tempo de internação em pacientes críticos com lesão renal aguda RIFLE: association with mortality and length of stay in critically ill acute kidney injury patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eloisa Rosso dos Santos

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Correlacionar a classificação do RIFLE com a letalidade e tempo de internação na unidade de terapia intensiva e no hospital. MÉTODOS: Estudo de coorte prospectivo, observacional e longitudinal aprovado pelo Comitê de Ética da Instituição. Foram coletados os dados de todos os pacientes internados por mais de 24 horas na unidade de terapia intensiva do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina de setembro de 2007 a março de 2008 e com seguimento até a alta ou óbito. Os pacientes foram divididos em dois grupos: com lesão renal aguda e sem lesão renal aguda. O grupo com lesão renal aguda foi classificado conforme o RIFLE e subdividido de acordo com a classe máxima alcançada: risco, injúria ou falência. Não foram incluídas as classes loss e end-stage no estudo. Analisou-se também APACHE II e SOFA. Utilizaram-se os testes t Student e Qui-Quadrado, principalmente. Um pOBJECTIVE: To correlate the RIFLE classification with mortality and length of stay both in the intensive care unit and hospital. METHODS: A prospective, observational, longitudinal cohort study, approved by the Institution's Ethics Committee. Data were collected for all patients staying longer than 24 hours in the intensive care unit of Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago - Universidade Federal de Santa Catarina from September 2007 to March 2008, followed-up either until discharge or death. Patients were divided in two groups: with or without acute kidney injury. The acute kidney injury group was additionally divided according to the RIFLE and sub-divided according to the maximal score in Risk, Injury of Failure. Loss and End-stage classes were not included in the study. APACHE II and SOFA were also evaluated. The t Student and Chi-Square tests were used. A P<0.05 was considered statistically significant. RESULTS: The sample included 129 patients, 52 (40.3% with acute kidney injury

  19. Rangelia vitalii: changes in the enzymes ALT, CK and AST during the acute phase of experimental infection in dogs Rangelia vitalii: mudanças nas enzimas ALT, CK e AST na fase aguda da infecção experimental em cães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Machado Costa

    2012-09-01

    Full Text Available Rangelia vitalii is a protozoon that causes diseases in dogs, and anemia is the most common laboratory finding. However, few studies on the biochemical changes in dogs infected with this protozoon exist. Thus, this study aimed to investigate the biochemical changes in dogs experimentally infected with R. vitalii, during the acute phase of the infection. For this study, 12 female dogs (aged 6-12 months and weighing between 4 and 7 kg were used, divided in two groups. Group A was composed of healthy dogs (n = 5; and group B consisted of infected animals (n = 7. Blood samples were collected on days 0, 10, 20 and 30 after infection, using tubes without anticoagulant to obtain serum and analyze the biochemical parameters. An increase in alanine aminotransferase (ALT on day 20 (P Rangelia vitalii é um protozoário que causa doença em cães, sendo a anemia o achado laboratorial mais frequente. No entanto, existem poucos estudos sobre as alterações bioquímicas em cães infectados com o protozoário. Assim, este estudo tem como objetivo investigar as alterações bioquímicas de cães experimentalmente infectados com R. vitalii na fase aguda da infecção. Para o estudo, foram utilizados 12 cães fêmeas (com idade entre 6 a 12 meses e peso entre 4 a 7 kg, divididos em dois grupos. O grupo A (n = 5 foi composto de animais saudáveis e o grupo B (n = 7 de animais infectados. Amostras de sangue foram coletadas nos dias zero, dez, vinte e trinta PI, utilizando tubos sem anticoagulante para obtenção de soro e análise dos parâmetros bioquímicos. Foi observado um aumento na alanino aminotransferase (ALT no dia 20 PI (P < 0,05 e aumento na creatinoquinase (CK e aspartato aminotransferase (AST em todo o período experimental (P < 0,05. Não foram observadas alterações séricas na gama-glutamiltransferase, uréia e creatinina. Portanto, é possível concluir que a infecção experimental por R. vitalii causa alterações no perfil bioquímico, com

  20. Influência da resposta inflamatória de fase aguda nos níveis séricos de retinol e da proteína de ligação do retinol em pacientes com AIDS Influence of acute-phase inflammatory response on serum levels of retinol and retinol binding protein in HIV/AIDS patients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Fernandes Neves

    2010-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: a hiporretinolemia constitui fator prognóstico independente em pacientes com AIDS, e a atividade inflamatória causa redução dos níveis séricos deste nutriente na população em geral. Entretanto, faltam estudos que avaliem o impacto da atividade inflamatória sobre o nível sérico do retinol em pacientes com AIDS. MÉTODOS: foram avaliados transversalmente 41 pacientes internados por complicações da AIDS, que tiveram quantificados alguns marcadores de inflamação (proteína C reativa e fator de necrose tumoral alfa e concentrações séricas de retinol e da proteína de ligação do retinol. RESULTADOS: apesar da baixa (14,6% prevalência de hiporretinolemia evidenciou-se correlação negativa dos marcadores de inflamação com os níveis séricos de retinol e de sua proteína de ligação nos pacientes com AIDS. CONCLUSÕES: a atividade inflamatória de fase aguda está associada a baixos níveis séricos de retinol em indivíduos com AIDS.INTRODUCTION: Hyporetinolemia is an independent prognostic factor in AIDS patients. Inflammatory activity causes a reduction in the serum levels of this nutrient in the general population. However, there are no studies assessing the impact of inflammatory activity on the serum retinol level in AIDS patients. METHODS: A cross-sectional assessment was conducted on 41 patients hospitalized due to AIDS complications. Inflammatory markers (C-reactive protein and tumor necrosis factor-alpha and serum retinol and retinol binding protein concentrations were quantified. RESULTS: Despite the low (14.6% prevalence of hyporetinolemia, a significant negative correlation was observed between the inflammatory markers and the serum retinol and retinol binding protein levels in AIDS patients. CONCLUSIONS: Acute-phase inflammatory activity is associated with low serum retinol levels in individuals with AIDS.

  1. Associação entre fatores de risco para doença arterial coronariana e coronariopatia em pacientes submetidos a cintilografia de perfusão do miocárdio Association between risk factors for coronary artery disease and coronary disease in patients undergoing myocardial perfusion scintigraphy

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Schiavom Duarte

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estabelecer o grau de associação entre fatores de risco cardiovascular e a presença de doença arterial coronária (DAC em um grupo de pacientes submetidos a cintilografia de perfusão do miocárdio (CPM. MÉTODOS: Foram estudados 7.183 pacientes submetidos a CPM. Utilizando análise de regressão logística, avaliou-se a razão de chances dos seguintes fatores de risco: idade, sexo, antecedentes familiares, índice de massa corpórea, tabagismo, dislipidemia, diabetes melito (DM e hipertensão arterial sistêmica. Definiram-se como indicativas da presença de DAC as seguintes condições: infarto, revascularização, angioplastia ou alteração na CPM. Analisou-se a amostra global de pacientes bem como os indivíduos masculinos e femininos separadamente. Caracterizou-se também a importância dos fatores de risco por faixas etárias. RESULTADOS: Observou-se associação estatisticamente significativa entre a idade e o sexo dos pacientes e a presença de DAC. Para o sexo feminino, o DM apareceu como o principal fator de risco controlável para DAC. Para o masculino, vários fatores de risco controláveis foram associados à presença de DAC, destacando-se o DM e a dislipidemia. Na análise por faixas etárias alguns fatores de risco passaram a apresentar associação mais expressiva. CONCLUSÃO: Os principais fatores de risco para DAC foram o envelhecimento e o sexo masculino. Dos fatores de risco passíveis de serem controlados, os que apresentaram maior associação com a presença de DAC foram o DM e a dislipidemia no homem e o DM na mulher. Para faixas etárias específicas destacaram-se o tabagismo para homens jovens, o DM e o tabagismo para mulheres entre 40 e 50 anos.OBJECTIVES: To establish the degree of association between cardiovascular risk factors and the presence of coronary artery disease (CAD in a group of patients undergoing myocardial perfusion scintigraphy (MPS. METHODS: The study included 7183 patients who had

  2. Mucocele apendicular y colecistitis aguda gangrenada

    OpenAIRE

    Mauricio de la Fuente-Lira; Erick Rolando Rocha-Guevara; María Luisa Márquez-Rocha; Carlos Salazar-Lozano; Omar Jaramillo-Solís; Alma Lilia Ortiz-Maldonado

    2006-01-01

    Objetivo: descripción de un caso de mucocele apendicular y colecistitis aguda gangrenada, atendido en el Hospital de Especialidades, Centro Médico Nacional Siglo XXI, IMSS. Caso clínico: hombre de 80 años de edad que ingresó al hospital con diagnóstico de colecistitis aguda y tumor abdominal de etiología desconocida, dolor abdominal de 10 días de evolución localizado en hipocondrio derecho, sin fiebre ni pérdida importante de peso. Los exámenes de laboratorio mostraron únicamente leucocitosis...

  3. Influência do nível de ruídos na percepção do estresse em pacientes cardíacos The influence of noise levels on the perception of stress in heart disease patients

    OpenAIRE

    2011-01-01

    OBJETIVO: Identificar os principais fatores geradores de estresse em pacientes internados em unidade coronariana e a influência do nível de ruídos na percepção de estresse dos mesmos. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e quantitativo, realizado de junho a novembro de 2009 na Unidade Coronariana do Hospital de Clínicas da Unicamp. Para identificar os fatores estressantes foi utilizada a Escala de Estressores em Unidade de Terapia Intensiva (Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale...

  4. Estudo controlado do uso endovenoso de sulfato de magnésio ou de salbutamol no tratamento precoce da crise de asma aguda grave em crianças Randomized clinical trial of intravenous magnesium sulfate versus salbutamol in the early management of severe acute asthma in children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Santana

    2001-08-01

    Full Text Available OBJETIVOS: estudar os efeitos da administração endovenosa de sulfato de magnésio (MgEV ou de salbutamol (SalbEV em crianças com crise de asma aguda. MÉTODOS: estudo randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. Incluídas crianças maiores de 2 anos admitidas em sala de observação com crise de asma aguda grave (refratária a três nebulizações com beta-adrenérgicos. Após a admissão, recebiam tratamento convencional (oxigênio, corticóides, nebulizações com beta-adrenérgicos e eram alocadas a receber uma de três soluções indistinguíveis entre si: a MgEV (50 mg/kg; b SalbEV (20 µg/kg; ou c solução salina, que eram administradas em 20 minutos (1ml/kg/hora. Avaliações clínicas, dosagens de eletrólitos e gases arteriais foram registrados antes e 1 hora após a infusão das drogas. RESULTADOS: foram estudados 50 pacientes (+ 4,5 anos e 53% de meninas, sem diferenças significativas entre os 3 grupos. No grupo MgEV, observou-se redução da pressão arterial durante a infusão, que retornou ao normal 1 hora após, associado com aumento (p OBJECTIVE: To study the efficacy of intravenous magnesium sulfate and intravenous salbutamol in the treatment of severe asthma in children. METHODS: Randomized, double-blind, placebo-controlled clinical trial, including children above 2 years of age with severe acute asthma admitted to the observation ward of the Pediatric Intensive Care Unit of Hospital São Lucas. All patients received conventional treatment (oxygen, corticoids, beta-adrenergics on admission, and later received one of the following solutions: a IVMg (50 mg/kg; b intravenous salbutamol (20 µg/kg; c saline solution (1 ml/kg/min. Clinical assessments, electrolyte concentration, and arterial blood gas analyses were recorded before intravenous infusion and one hour after that. RESULTS: Fifty patients participated in this study (of whom 53% were females, mean age = 4.5 years. There were no significant differences among the

  5. Toxoplasmose aguda: avaliação da técnica de imunoensaio em camada delgada para a detecção de anticorpos IgM, anti-Toxoplasma gondii Acute toxoplasmosis: evaluation of the thin-layer immunoassay for detecting IgM antibodies to Toxoplasma gondii

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henry Inácio Zanevan Requejo

    1990-02-01

    Full Text Available Um método de reação antígeno-anticorpo denominado IMUNOENSAIO EM CAMADA DELGADA (ICD foi padronizado e avaliado para o imunodiagnóstico da toxoplasmose aguda, através da detecção de anticorpos IgM, anti-Toxoplasma gondii (ICD-IgM. Um total de 300 amostras de soros, tendo ou não o perfil sorológico da toxoplasmose aguda, foi estudado pelo ICD-IgM e os resultados analisados quanto aos aspectos qualitativos e quantitativos em relação aos testes convencionais de imunofluorecência indireta para a detecção de IgM, (IFI-IgM e de hemaglutinação pré e após tratamento com 2-mercaptoetanol (HA-2ME. Foram calculados os coeficientes de correlação entre os resultados fornecidos pelo ICD-IgM e as técnicas convencionais, de acordo com as concentrações do antígeno, assim como, foi verificada a influência dessas concentrações antigênicas nos índices relativos de sensibilidade e de especificidade. O estudo estatístico mostrou reprodutibilidades significativas dos resultados inter e intra testes, assim como no reaproveitamento do antígeno por 10 vezes. Os resultados de ICD-IgM mostraram que as concentrações antigênicas ideais foram de 70 a 100µg/ml, para o ensaio em questão, para se obter máximas sensibilidade e especificidade. Portanto, ICD-IgM, por fornecer resultados tão sensíveis e específicos quanto aqueles dos testes convencionais referidos, poderá ser empregado para fins diagnósticos.A solid phase method, thin-layer immunoassay (IgM-TIA was standardized and evaluated for the immunodiagnosis of acute toxoplasmosis, through the detection of IgM antibodies to Toxoplasma gondii. A total of 300 serum samples from serologically defined acute toxoplasmosis and, from non-related infections, was investigated by IgM-TIA. Statistical analysis were carried out in comparison with conventional tests, the immunofluorescence test for the detection of IgM antibodies (IgM-IFI and hemagglutination test which uses 2-mercaptoetanol

  6. Surto de toxoplasmose aguda transmitida através da ingestão de carne crua de gado ovino

    OpenAIRE

    Bonametti Ana Maria; Passos Joselina do Nascimento; Silva Edina Mariko Koga da; Bortoliero André Luiz

    1997-01-01

    Os autores apresentam 17 casos de toxoplasmose aguda sintomática adquirida pela ingestão de carne crua de carneiro, servida em uma festa à qual todos os pacientes compareceram. Em relação ao quadro clínico, o período de incubação da doença variou de 6 a 13 dias (10,9 ± 7,0) e 16 (94,5%) pacientes apresentaram febre, cefaléia, mialgia, artralgia e adenomegalia (cervical ou cervical/axilar). Outros sinais clínicos encontrados foram: hepatomegalia em 6 pacientes, esplenomegalia em 4 e exantema e...

  7. Uso do sulfato de magnésio venoso para tratamento da asma aguda grave da criança no pronto-socorro

    OpenAIRE

    Tânia Mara Baraky Bittar; Sérgio Diniz Guerra

    2012-01-01

    A asma aguda grave é uma emergência médica que deve ser diagnosticada e tratada rapidamente. O tratamento inicial inclui broncodilatadores e corticosteróides sistêmicos. Em casos graves, com fraca resposta ao tratamento padrão, o sulfato de magnésio venoso surge como opção terapêutica. O objetivo deste artigo foi revisar a literatura sobre o uso do sulfato de magnésio venoso na asma aguda em crianças no pronto-socorro no que se refere a eficácia, indicação, dosagem, efeitos adversos e contrai...

  8. Doença de Chagas aguda pós-transfusional sem miocardite

    OpenAIRE

    Evanil Pires de Campos; Izilda Maestá; Fernando C. de L. Schmidt; Roberto Sogayar; Cláudia E. O. Pires de Campos

    1988-01-01

    Trata-se de paciente do sexo feminino, com 59 anos de idade, procedente de Itaporanga (SP), diabética e nefropata crônica, internada em virtude de surtos de pielonefnte e insuficiência renal aguda. Dentre outras medidas terapêuticas, recebeu transfusão de sangue. Cerca de dois dias após a última transfusão (sangue oriundo de doador, posteriormente identificado como chagásico) encontraram-se formas tripomastigotas de Trypanosoma cruzi em lâmina preparada para execução de hemograma. Iniciou-se ...

  9. Função pulmonar de crianças com leucemia aguda

    OpenAIRE

    Macedo, Thalita Medeiros Fernandes de

    2012-01-01

    Introdução: As leucemias constituem a doença maligna mais frequente em crianças e adolescentes. Com a melhora no prognóstico, surge a necessidade de considerar a morbidade que os protocolos utilizados geram nas crianças em tratamento. Objetivo: Avaliar a função pulmonar de crianças com leucemia aguda. Método: Trata-se de um estudo observacional do tipo analítico transversal. Foram avaliadas 34 crianças, alocadas nos grupos A e B. O grupo A foi formado por 17 crianças com leu...

  10. Gastroenterite aguda e malnutrição no terceiro mundo

    OpenAIRE

    Silva, Ana Rita Gonçalves Pereira da

    2015-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Pediatria), apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Introdução. A Gastroenterite aguda (GEA) continua a ser das maiores causas de morbilidade e mortalidade pediátrica mundial, a par da malnutrição, principalmente na Ásia e África. A falta de dados relativos à sua incidência e factores de risco, especialmente em áreas rurais, levou á realização deste estudo. Material e métodos. De Janeiro a Junho de 2014, foram col...

  11. Effect of hyperthermia on experimental acute pancreatitis Efeito da hipertermia na pancreatite aguda experimental

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Jesus de Almeida

    2006-12-01

    Full Text Available BACKGROUD: Recent studies indicate that hyperthermia can change inflammatory mechanisms and protect experimental animals from deleterious effects of secretagogue-induced acute pancreatitis AIM: To evaluate the effects of hyperthermia post-treatment on cerulein-induced acute pancreatitis in rats METHODS: Twenty animals were divided in two groups: group I (n = 10, rats with cerulein-induced acute pancreatitis undergone hyperthermia, and group II (n = 10, animals with cerulein-induced acute pancreatitis that were kept normothermic. In all groups, amylase serum levels, histologic damage, vascular permeability and pancreatic water content were assessed. Acute pancreatitis was induced by administration of two cerulein injections (20 mcg/kg. A single dose of Evans' blue dye was administered along with the second dose of cerulein. All animals also received a subcutaneous injection of saline solution. After this process, animals undergone hyperthermia were heated in a cage with two 100 W lamps. Body temperature was increased to 39.5ºC and maintained at that level for 45 minutes. Normothermia rats were kept at room temperature in a second cage RESULTS: Control animals had typical edema, serum amylase activity and morphologic changes of this acute pancreatitis model. Hyperthermia post-treatment ameliorated the pancreatic edema, whereas the histologic damage and the serum amylase level remained unchanged CONCLUSIONS: The findings suggest a beneficial effect of the thermal stress on inflammatory edema in experimental acute pancreatitis.RACIONAL: Estudos recentes indicam que a hipertermia pode modificar mecanismos inflamatórios e proteger animais experimentais dos efeitos deletérios da pancreatite aguda induzida por secretagogos OBJETIVO: Avaliar a eficácia da hipertermia como tratamento da pancreatite aguda induzida por ceruleína em ratos MÉTODOS: Vinte animais foram divididos em dois grupos: grupo I (n = 10, ratos com pancreatite aguda induzida por

  12. Linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose aguda infantil (relato de um caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evanil Pires de Campos

    1992-09-01

    Full Text Available Observou-se a evolução de um linfonodo pulmonar na paracoccidioidomicose (PCM aguda infantil. Doente, masculino, 6 anos, branco, natural de Curitiba (PR, procedente de Guaratinguetá (SP, que há 3 meses desenvolveu quadro gripal, febre diária, bimodal, prolongada, precedida de calafrio, acompanhada de sudorese inodora, cefaléia frontal e anorexia. Diagnosticado e tratado como pneumonia por cinco dias, sem melhora do quadro. Há 2 meses, apresentou dor óssea nos braços e articulações do pé, com edema inflamatório e emagrecimento de 6 kg em 3 meses. Exame físico revelou: peso 20 kg; estatura 120 cm; P. A. 90/60 mmHg; facies atípica, hipoativo, palidez cutâneo-mucosa (+ +, hipotrofia muscular, adenopatiageneralizada, sopro sistólico suave em foco aórtico acessório e hepatesplenomegalia. Imunodifusão com exoantígeno glicoprotéico 43 kdpositiva (1/32. A biópsia de gânglio revelou Paracoccidioides brasiliensis. A radiologia demonstrou na primeira consulta, discreto infiltrado intersticial bilateral com linfoadenomegaliapara-hilar que desaparecu em 30 dias. Observou- se, ainda, massa tumoral mediastínica superior, hiperplasia do sistema fagocítico mononuclear e lesões osteolíticas nos 60 dias iniciais da evolução.

  13. Comparação entre a medida contínua do débito cardíaco e por termodiluição em bolus durante a revascularização miocárdica sem circulação extracorpórea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kim Sílvia M.

    2004-01-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cirurgia de revascularização miocárdica sem o uso de circulação extracorpórea (CEC relaciona-se a importantes alterações hemodinâmicas bruscas, que podem não ser prontamente detectadas pela medida contínua de débito cardíaco. Este estudo compara resultados obtidos pela medida do índice cardíaco com o cateter de artéria pulmonar com filamento térmico (Baxter Edwards Critical Care, Irvine, CA com o método padrão por termodiluição com solução, durante a anastomose coronariana distal. MÉTODO: Dez pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica sem CEC foram monitorizados com o cateter de artéria pulmonar com filamento térmico. As medidas de índice cardíaco foram obtidas em quatro momentos: no início da anestesia, enquanto o tórax ainda estava fechado (M1, após a esternotomia (M2, após a estabilização do coração com o aparelho octopus (M3 e ao final da anastomose coronariana distal (M4. RESULTADOS: Houve diminuição significativa (p < 0,05 do índice cardíaco durante a anastomose coronariana, detectada pela medida com termodiluição com bolus de solução. O índice cardíaco variou de 2,8 ± 0,7 para 2,3 ± 0,8 l.min.m-2 no início da anastomose e 2,5 ± 0,8 l.min.m-2 ao final da mesma. Essa variação não foi detectada pela medida contínua (de 3 ± 0,6 para 3,2 ± 0,5 e 3,1 ± 0,6 l.min.m-2 durante a anastomose coronariana. CONCLUSÕES: A medida de débito cardíaco contínuo utilizando o cateter de artéria pulmonar com filamento térmico apresentou atraso na detecção das alterações hemodinâmicas agudas relacionadas à mudança do posicionamento do coração na cirurgia de revascularização miocárdica sem CEC.

  14. Valor prognóstico da hiperglicemia de estresse na evolução intra-hospitalar na coronariopatia aguda Prognostic value of stress hyperglycemia for in-hospital outcome in acute coronary artery disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Passos Pinheiro

    2013-02-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Na síndrome coronariana aguda (SCA, a hiperglicemia, à admissão hospitalar, está associada à presença de eventos adversos cardiovasculares em pacientes com ou sem diabetes. OBJETIVO: Avaliar o valor prognóstico da hiperglicemia de estresse na evolução intra-hospitalar de pacientes admitidos por SCA. MÉTODOS: Foram incluídos 152 pacientes admitidos, entre setembro de 2005 e fevereiro de 2010, em unidade de dor torácica de hospital terciário com diagnóstico de SCA, que apresentavam valor da glicemia laboratorial na admissão. O grupo I foi formado pelos pacientes com hiperglicemia de estresse, definida por glicemia na admissão > 126 mg/dL em não diabéticos e > 200 mg/dL nos diabéticos, e o grupo II pelos pacientes com níveis glicêmicos inferiores aos níveis estabelecidos. Analisou-se a associação da hiperglicemia e evolução intra-hospitalar. RESULTADOS: A hiperglicemia de estresse associou-se a complicações intra-hospitalares, aumento da idade e gênero feminino. Na análise multivariada, apenas gênero feminino (OR = 2,04; IC95% 1,03 - 4,06, p = 0,007 e complicações intra-hospitalares (OR = 3,65; IC95% 1,62 - 8,19, p = 0,002 se associaram de forma independente à hiperglicemia na admissão. CONCLUSÃO: A hiperglicemia de estresse é fator preditivo independente para complicações intra-hospitalares após SCA em pacientes diabéticos ou não. Os resultados alertam para a necessidade de avaliarmos a glicemia na admissão em todos os pacientes admitidos por SCA, incluindo os não diabéticos, com o intuito de identificarmos os indivíduos com maior risco de complicações.BACKGROUND: In acute coronary syndrome (ACS, admission hyperglycemia is associated with adverse cardiovascular events in diabetic and nondiabetic patients. OBJECTIVE: To assess the prognostic value of stress hyperglycemia for the in-hospital outcome of patients admitted due to ACS. METHODS: This study included 152 patients admitted to the

  15. Cinesioterapia previne ombro doloroso em pacientes hemiplégicos/paréticos na fase sub-aguda do acidente vascular encefálico Kinesiotherapy prevents shoulder pain in hemiplegic/paretic patients on sub-acute stage post-stroke

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Agnes Irna Horn

    2003-09-01

    Full Text Available CONTEXTO: Ombro doloroso é freqüente em pacientes com hemiplegia/hemiparesia (H/P por acidente vascular encefálico (AVE, dificultando a recuperação neuromotora gerando incapacidade funcional. OBJETIVO: Estudar tratamento fisioterapêutico para a prevenção da dor no ombro com H/P em pacientes com AVE na fase sub-aguda, e analisar desfechos secundários (força muscular do ombro acometido e movimentos funcionais ativos básicos. MÉTODO: Estudaram-se 21 pacientes (12 homens, 9 mulheres; idades 26 a 87 anos com H/P. O tratamento fisioterapêutico consistiu de 30 minutos diários de cinesioterapia, desde as 48 horas após o AVE até a alta hospitalar. Os pacientes foram avaliados antes e após o tratamento em relação à presença ou ausência de dor no ombro H/P, à força dos diversos grupos musculares do ombro e quanto aos movimentos funcionais de transferência e manutenção postural básica. RESULTADOS: Nenhum paciente apresentava dor no ombro H/P na alta (pBACKGROUND: Painful shoulder is considered the most common complication of hemiplegic/parethic (H/P stroke patients. It is a negative factor for neuromotor recovery. PURPOSE: To study the effects of kinesiotherapy treatment on shoulder pain prevention, and as a secondary endpoints, to analyze muscle strength of H/P shoulder looking at basic functional active mobility. METHOD: Twenty one inpatients (12 men, 9 women aged 26 to 87 years, with post-stroke H/P were submitted to thirty minutes daily program kinesiotherapy, started at 48 hours post-stroke up to their hospital discharge. Patients were evaluated pre and post treatment according to the presence or absence of shoulder pain, movements and shoulder strength, and for presence or absence of basic functional movements. RESULTS: No patient complaining of shoulder pain at the hospital discharge (p<0.001. The muscle strength improved signifcantly for elevation, protusion, abduction and flexion of the shoulder (p<0.001. There was

  16. Cerebelite aguda causada por vírus Epstein-Barr: relato de caso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teive Hélio A.G.

    2001-01-01

    Full Text Available A cerebelite aguda pode ocorrer em associação a infecção pelo vírus da varicela-zoster, enterovirus, caxumba, micoplasma e outros agentes infecciosos. A cerebelite aguda é uma complicação rara da infecção pelo vírus Epstein-Barr (EBV. Relatamos o caso de uma mulher de 21 anos com história de 12 dias de evolução com náuseas, vômitos, ataxia de marcha e membros, tremor cefálico e de membros, opsoclono, mioclonias e rash cutâneo. Sorologia para EBV foi positiva. A infecção pelo EBV, com complicações neurológicas, pode não se apresentar com os sinais e sintomas clássicos da mononucleose infeciosa.

  17. Citogenetica nas leucemias linfoides agudas /

    OpenAIRE

    Lichtvan, Leniza Costa Lima

    2007-01-01

    Orientador: Profª Drª Mara Albonei Dudeque Pianovski Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente. Defesa: Curitiba, 2007 Inclui bibliografia

  18. Fatores de risco e proteção à infecção respiratória aguda em lactentes Factores de riesgo y protección de la infección respiratoria aguda en lactantes Risk and protective factors of acute respiratory infections in infants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Regina Cachulo Lopes

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a efetividade da vacina pneumocócica polissacarídica e fatores de risco e proteção para infecções por pneumococo em lactentes. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado em ensaio clínico com filhos de 139 mulheres selecionadas no pré-natal um serviço público de saúde em São Paulo, SP, de 2005 a 2006. As participantes foram randomizadas em três grupos: o primeiro não recebia nenhuma vacina (n=46, o segundo recebia a vacina pneumocócica polissacarídica no último trimestre de gravidez (n=42, e o terceiro a recebia no pós-parto imediato (n=45. As infecções presumivelmente causadas pelo pneumococo nos lactentes foram acompanhados aos três e seis meses de vida e colhidas amostras de nasofaringe. Foram investigados fatores de risco como: fumantes no domicílio, outras crianças no domicílio e aleitamento materno exclusivo. RESULTADOS: A vacina pneumocócica polissacarídica não mostrou proteção contra infecções causadas por pneumococo. No entanto, o aleitamento materno exclusivo até os seis meses protegeu os lactentes contra as infecções respiratórias (OR= 7,331. A colonização da nasofaringe por pneumococo aos três ou seis meses aumentou a chance de infecções respiratórias (OR= 2,792. CONCLUSÕES: Lactentes amamentados exclusivamente com leite materno até seis meses são significativamente protegidos contra infecções por pneumococos, independentemente da vacinação pneumocócica.OBJETIVO: Analizar la efectividad de la vacuna pneumocóccica polisacarídica y factores de riesgo y protección para infecciones por pneumococo en lactantes. MÉTODOS: Estudio transversal anidado en ensayo clínico con hijos de 139 mujeres seleccionadas en el prenatal en servicio público de salud en Sao Paulo, SP, de 2005 a 2006. Las participantes fueron aleatorizadas en tres grupos: el primero no recibía ninguna vacuna (n=46, el segundo recibía la vacuna pneumocóccica polisacarídica en el último trimestre del

  19. Otimizando o diagnóstico para o tratamento adequado das principais infecções agudas em otorrinopediatria: tonsilite, sinusite e otite média Optimizing the management of the main acute infections in pediatric ORL: tonsillitis, sinusitis, otitis media

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tania Maria Sih

    2008-10-01

    Full Text Available As sinusites, otites médias agudas e tonsilites são muito freqüentes em crianças. A maioria dessas infecções é causada por vírus, mas em geral, elas são tratadas com antibióticos. O uso inapropriado de antibióticos favorece a seleção, crescimento e disseminação de bactérias resistentes que colonizam as vias respiratórias, atingindo toda a comunidade. A emergência de bactérias resistentes dificulta os tratamentos das infecções respiratórias, sendo essencial desenvolver estratégias efetivas para restringir o uso de antibióticos sem prejudicar as crianças que realmente precisam desses medicamentos. OBJETIVO: Analisar os resultados de estudos randomizados e controlados sobre critérios clínicos e laboratoriais utilizados para diagnóstico e tratamento das tonsilites, sinusites e otites. MÉTODOS: Levantamento dos estudos randomizados e controlados sobre o tema, publicados no MEDLINE e SCIELO, de 2000 a 2006. CONCLUSÕES: Como a maioria dessas infecções evolui bem sem antibióticos, deve-se evitar o uso desses medicamentos a menos que a criança pertença aos grupos de alto risco para complicações ou apresente persistência ou piora dos sintomas com tratamento sintomático. É necessário que os médicos e leigos conheçam melhor a evolução natural das infecções respiratórias agudas e que seja garantido o acesso das crianças a serviços médicos de boa qualidade para orientação e reavaliação, quando necessária.Sinusitis, acute otitis media and tonsillitis are very frequent in children. Most of these infections are caused by viruses, but are generally treated with antibiotics. Inappropriate use of antibiotics favors the selection, growth and spread of resistant bacteria; these bacteria colonize the airways and affect the entire community. With the emergence of antibiotic-resistant bacteria, respiratory infections have become more difficult to treat. Effective strategies are needed to restrict the use of

  20. The measurement of urine pH to predict the amount of buffer used in the treatment of acute rumen lactic acidosis in cattle Mensuração do pH de urina para predizer a quantidade de tampão empregado para o tratamento de acidose láctica ruminal aguda em bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Akio Maruta

    2008-06-01

    Full Text Available The purpose of the present study was to establish a practical, fast, precise and low-cost procedure to estimate the degree of metabolic acidosis in cattle with acute rumen lactic acidosis for further treatment. The rumen acidosis was induced experimentally in 40 crossbreed rumen-cannulated 1.5-year-old steers. The induction caused the development of the most characteristic clinical signs of acute rumen lactic acidosis, severe rumen acidosis and a moderate metabolic acidosis, which was evidenced by low blood pH, and blood bicarbonate concentration and base excess (BE. A highly positive correlation (r=0.80 between urinary pH and BE concentration, and between urinary pH and blood pH (r=0.75 was observed. The BE concentration estimated by urinary pH was similar to that determined by venous blood gas analysis (P>0.99. Furthermore, the results presented by the predictive formula were very significant. In conclusion, urinary pH is a good tool to predict the quantity of buffers needed to treat metabolic acidosis in cattle with acute rumen lactic acidosis.O presente estudo teve como objetivo desenvolver um procedimento de baixo custo, preciso, rápido e prático para estimar o grau de acidose metabólica, para tratar bovinos com quadros de acidose láctica ruminal. A acidose ruminal foi induzida experimentalmente em 40 novilhos mestiços de 1,5 anos de idade, implantados com cânula ruminal. Essa indução causou o surgimento de sinais clínicos muito típicos da enfermidade aguda, com o aparecimento de pronunciada acidose ruminal e acidose metabólica de grau moderado, caracterizado por baixo pH sangüíneo e diminutos teores de bicarbonato e excesso de base (BE no sangue. Verificou-se uma alta correlação positiva (r = 0,80 entre o pH urinário e o BE e entre o pH urinário e o pH sangüíneo (r = 0,75. A concentração de BE estimado pelo pH urinário foi similar à obtida pela análise do hemogasômetro (P = 0,99. Além disso, os resultados

  1. Receptores plaquetários P2Y12: importância na intervenção coronariana percutânea

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Jose de Andrade Falcão

    2013-09-01

    Full Text Available As plaquetas estão envolvidas em vários processos biológicos, desde o combate a agentes infecciosos até a coordenação do controle da permeabilidade vascular e angiogênese. Entretanto, o seu principal foco de ação consiste na modulação da cascata de coagulação. A intervenção coronariana percutânea é um procedimento com alto risco trombogênico, que induz a ativação plaquetária e de monócitos, devido à lesão direta do endotélio e pelo contato de estruturas trombogênicas com o sangue, levando ao aumento da atividade inflamatória, tanto no local do dano vascular coronariano como de forma sistêmica. Os receptores plaquetários P2Y12 desempenham papel central na amplificação da agregação induzida por todos os agonistas plaquetários, como a adenosina difosfato, o colágeno, tromboxano A2, adrenalina e serotonina. Por esse motivo, têm sido o principal alvo das drogas antiplaquetárias. Apesar de atuarem no mesmo receptor, características farmacocinéticas e farmacodinâmicas distintas conferem peculiaridades a cada agente.

  2. Fatores prognósticos em crianças e adolescentes com Leucemia Linfóide Aguda Prognostic factors in children and adolescents with Acute Lymphoblastic Leukemia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edinalva Pereira Leite

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: descrever características clínico-laboratoriais, determinar taxas de resposta ao tratamento e identificar fatores de risco que influenciaram na sobrevida de pacientes pediátricos com leucemia linfóide aguda (LLA. MÉTODOS: estudo retrospectivo do tipo série de casos com 108 pacientes de idade até 18 anos, admitidos para tratamento de LLA na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (HEMOPE, Brasil, de janeiro de 1993 a dezembro de 2001. As variáveis analisadas foram: sexo, idade, principais sintomas e sinais, leucometria, imunofenótipo e grupo de risco ao diagnóstico, taxas de remissão e recaída, óbito e sobrevida global, local de recaída e fatores de risco para a sobrevida. Medidas descritivas foram usadas para a análise estatística. O tempo de sobrevida dos pacientes foi estimado através da função de sobrevida de Kaplan-Meier e Log-Rank. O efeito de fatores de risco no tempo de sobrevida foi avaliado através do Modelo de Regressão de Cox. RESULTADOS: foi encontrada a relação masculino:feminino de 1,7:1, mediana de idade ao diagnóstico de oito anos, freqüência de queixas músculo-esqueléticas (51%, infiltração do sistema nervoso central (8%, LLA-Precursor B (81% e LLA-T (19%. A distribuição dos grupos correspondeu a Risco Básico Verdadeiro (12%, Risco Básico (21% e Alto Risco (67%. As principais taxas foram: remissão (86%, óbitos na indução (5,5%, recaída (24% e sobrevida global (62,5%. CONCLUSÕES: a variável de impacto na sobrevida foi a leucometria. A taxa de sobrevida global foi influenciada pela freqüência elevada de pacientes considerados de alto risco.OBJETIVES: to describe the clinical and laboratory characteristics, determine rates of response to treatment and pinpoint risk factors that influence the survival of pediatric patients with acute lymphoblastic leukemia (ALL. METHODS: this is a retrospective series of case studies involving 108 patients aged 18 years or under

  3. Fatores de risco para internação por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade Risk factors for acute respiratory disease hospitalization in children under one year of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Elaine Cardozo Macedo

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda em crianças até um ano de idade. MÉTODOS: Estudo de casos e controles na cidade de Pelotas, RS. Os casos foram crianças de até um ano de idade, que se hospitalizaram por doença respiratória aguda, de agosto de 1997 a julho de 1998. Os controles foram crianças da comunidade, da mesma idade, sem hospitalização prévia por essa doença. Um questionário investigando exposição a fatores de risco foi aplicado às mães de casos e controles. Os dados foram submetidos à análise univariada, bivariada e multivariada por meio de regressão logística para avaliação dos fatores de risco sobre o desfecho de interesse. RESULTADOS: Foram analisadas 777 crianças, sendo 625 casos e 152 controles. Na análise bruta, os fatores de risco associados ao desfecho foram: sexo masculino, faixa etária menor de seis meses, aglomeração familiar, escolaridade materna, renda familiar, condições habitacionais inadequadas, desmame precoce, tabagismo materno, uso de bico, história de hospitalização e antecedentes de sintomas respiratórios. O trabalho materno foi fator de proteção para internação por doença respiratória aguda. Na análise multivariada, permaneceram associadas: ausência de ou baixa escolaridade materna (OR=12,5, história pregressa de sibilância (OR=7,7, desmame precoce (OR=2,3, uso de bico (OR=1,9, mãe fumante (OR=1,7, idade abaixo de seis meses (OR=1,7 e sexo masculino (OR=1,5. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram a importância dos aspectos sociais e comportamentais da família, assim como morbidade respiratória anterior da criança como fatores de risco para hospitalização por doença respiratória aguda.OBJECTIVE: To evaluate risk factors for acute respiratory disease hospitalizations in children under one year of age. METHODS: A case-control study was conducted in the city of Pelotas, Southern Brazil. Cases were children under one

  4. TRATAMENTO FARMACOLÓGICO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA CORONARIANA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilmara Holanda da Cunha

    2010-01-01

    Full Text Available La administración de fármacos es una de las actividades realizadas por el equipo de enfermería. Teniendo esto en cuenta, el objetivo fue describir el tratamiento farmacológico de la hipertensión arterial en una unidad de cuidados intensivos coronarios. Estudio transversal realizado en un hospital de referencia en Fortaleza-CE, entre mayo y noviembre de 2008. Se analizaron 62 historiales médicos, verificándose que un 54,8% de los pacientes era del sexo masculino con edad entre 50 y 79 años. Fueron indicados 12 fármacos antihipertensivos, destacándose el captopril. La terapia con tres (3 medicamentos fue la más frecuente, con una correlación significativa (p <0,001 entre las variables rango de edad y tipo de terapia. En todos los casos estudiados, las dosis de los fármacos eran adecuadas. La principal vía de administración fue oral. Se concluyó que para llevar a cabo la administración de antihipertensivos es necesario conocer el mecanismo de acción, las interacciones medicamentosas y reacciones adversas, tema a ser constantemente actualizado por los enfermeros.

  5. Rotavírus, adenovírus, astrovírus, calicivírus e "Small Round Virus Particles" em fezes de crianças, com e sem diarréia aguda, no período de 1987 a 1988, na Grande São Paulo Rotavirus, adenovirus, astrovirus, calicivirus and Small Round Virus Particles in faeces of children with and without acute diarrhea within the period of 1987 to 1988, in São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María do Carmo Sampaio Tavares Timenetsky

    1993-06-01

    Full Text Available No período de agosto de 1987 a setembro de 1988, 193 amostras de fezes de crianças, com e sem sintomatologia diarréica aguda, foram submetidas às provas diagnósticas do ensaio imunoenzimático (EIE, eletroforese em gel de poliacrilamida (EGPA e microscopia eletrônica (ME para a detecção de vírus. A positividade para Rotavírus, Adenovírus, Astrovírus, Calicivírus e "Small Round Virus Particles" (SRVP foi encontrada nas 97 crianças com diarréia aguda em 11,3%, 3,1%, 2,1%, l,0%e4,l%, respectivamente. Das 96 crianças sem diarréia, 4,2% foram positivas para Rotavírus, 1,0% para Calicivírus e 7,3% para SRVP. Das 15 amostras positivas para Rotavírus, 14 apresentaram perfil eletroforético característico do Grupo A e 1 amostra do Grupo C. A análise dos eletroforotipos demonstrou a grande heterogeneidade de perfis e a predominância do perfil "longo". A associação de vírus, bactéria e parasita foi encontrada tanto em crianças com diarréia como em crianças sem diarréia.Between 1987 and 1988, 193 faecal specimens from children, with or without diarrhea, were submitted to enzyme immunoassay, polyacrylamide-gel electrophoresis and electronmicroscopy tests for virus detection. The positivity for Rotavirus, Adenovirus, Astrovirus, Calicivirus and Small Round Virus Particles (SRVP was 11.3%, 3.1%, 2.1%, 1.0% and 4.1%, respectively, for the 97 children with acute diarrhea. Of the 96 children without diarrhea, 4.2% were positive for Rotavirus, 1.0% for Calicivirus and 7.3% for SRVP. Of 15 positive specimens for Rotavirus, 14 showed electrophoretic patterns proper to group A and 1 specimen of group C Rotavirus. The analysis of electrophorotypes demonstrated great heterogeneity of electrophoretic patterns and predominance of subgroup 2, "long". The association of virus, bacteria and parasites was present both in children with or without acute diarrhea.

  6. Formas graves de retinopatia predizem aterosclerose subclínica em indivíduos com diabetes tipo 1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando K. Almeida

    2011-10-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Em pacientes com diabetes tipo 2, a presença de retinopatia está associada a doença cardiovascular aumentada, independentemente dos fatores de risco conhecidos para a doença vascular. OBJETIVO: Investigar a associação da retinopatia diabética (RD e seus graus com a presença de aterosclerose coronariana subclínica em pacientes com diabetes tipo 1. MÉTODOS: Um estudo transversal foi conduzido com 150 pacientes com diabetes tipo 1, assintomáticos para doença arterial coronariana. Foram submetidos à avaliação clínica para verificar complicações microvasculares e avaliação para a presença de calcificação arterial coronariana (CAC. RESULTADOS: Formas graves de RD (RD grave não proliferativa - RDNP - e RD proliferativa - RDP foram associadas à CAC (RC: 3,98; IC de 95%; 1,13-13,9, p = 0,03, de maneira independente dos fatores de risco conhecidos para a doença cardiovascular (idade, A1C, hipertensão, dislipidemia e sexo masculino. CONCLUSÃO: Os pacientes com formas graves de RD estão em risco de presença de doença arterial coronariana, de maneira independente dos tradicionais fatores de risco cardiovascular.

  7. L-alanyl-glutamine pretreatment attenuates acute inflammatory response in children submitted to palatoplasty Pré-tratamento com L-alanil-glutamina atenua a resposta inflamatória aguda em crianças submetidas à palatoplastia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ferreira da Cunha Filho

    2011-01-01

    Full Text Available PURPOSE: To evaluate the effects of L-alanyl-glutamine (L-Ala-Gln pretreatment on oxidative stress, glycemic control and inflammatory response in children submitted to palatoplasty. METHODS: Thirty male children scheduled for routine palatoplasty, age range 2-10 years, were randomly assigned to 2 groups (n=15: Group A (saline, control and Group B (L-Ala-Gln. Group A received normal saline 100 ml, delivered intravenously by infusion pump over 3 hours preceding surgical procedure. Group B was treated with L-Ala-Gln, 20% solution (0.5g/Kg, adding saline to complete 100ml. Peripheral venous blood samples were collected at 5 different time-points: T1- at the beginning of the study, 3 h prior to the surgical procedure; T2- at the end of the infusion (before the surgical procedure, T3- at the end of the surgical procedure, T4- 6 h postoperative and T5- 12 h postoperative. Parameters analyzed included glutathione (GSH, thiobarbituric acid reactive substances (TBARS, glucose, insulin, C-reactive protein (CRP and interleukin-6 (IL-6. RESULTS: No statistically significant differences were found between groups comparing glucose, insulin, TBARS, GSH and IL-6 levels. However, glucose levels increased (P OBJETIVO: Avaliar os efeitos do pré-tratamento com L-alanil-glutamina (L-Ala-Gln sobre o estresse oxidativo, o controle glicêmico e a resposta inflamatória em crianças submetidas à palatoplastia. MÉTODOS: Trinta crianças do sexo masculino, agendadas para palatoplastia, faixa etária 2-10 anos, foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos (n = 15: Grupo A (salina, controle e Grupo B (L-Ala-Gln. O grupo A recebeu solução salina 0,9% 100 ml, administrado por via intravenosa utilizando uma bomba de infusão durante 3 horas anteriores ao procedimento cirúrgico. O grupo B foi tratado com L-Ala-Gln, solução a 20% (0,5 g/kg, acrescentando soro fisiológico até completar 100 ml. Amostras de sangue venoso periférico foram coletadas em cinco momentos

  8. Ventilação oscilatória de alta frequência em crianças com síndrome da angústia respiratória aguda: experiência de um centro de tratamento intensivo pediátrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anelise Dentzien Pinzon

    2013-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os efeitos da aplicação da ventilação de alta frequência oscilatória como suporte ventilatório de resgate em uma série de pacientes pediátricos com síndrome da angústia respiratória aguda (SARA. MÉTODOS: Participaram do estudo 25 crianças(> 1mês e < 17 anos internadas em uma UTI pediátrica universitária com SARA e submetidas à ventilação de alta frequência oscilatória (VAFO por um mínimo de 48 horas, após falha da ventilação mecânica convencional. RESULTADOS: A taxa de mortalidade foi de 52% (13/25 28 dias após o início da SARA. Ao longo de 48 horas, a aplicação da VAFO reduziu o índice de oxigenação [38 (31-50 vs. 17 (10-27] e aumentou a relação pressão arterial parcial de O2/fração inspirada de O2 [65 (44-80 vs. 152 (106-213]. A pressão arterial parcial de CO2 [54 (45-74 vs. 48 (39-58 mmHg] manteve-se inalterada. A pressão média de vias aéreas oscilou entre 23 e 29 cmH2O. A VAFO não comprometeu a hemodinâmica e observou-se uma redução da frequência cardíaca (141 ± 32 vs. 119 ± 22 bat/min, a pressão arterial média (66 ± 20 vs. 71 ± 17 mmHg e o escore inotrópico [44 (17-130 vs. 20 (16-75] mantiveram-se estáveis nesse período. Nenhum sobrevivente ficou dependente de oxigênio. CONCLUSÃO: VAFO melhora a oxigenação de pacientes pediátricos com SARA grave e hipoxemia refratária ao suporte ventilatório convencional.

  9. Bussulfano e melfalano como regime de condicionamento para o transplante autogênico de células-tronco hematopoéticas na leucemia mielóide aguda em primeira remissão completa Busulfan and melphalan as conditioning regimen for autologous hematopoietic stem cell transplantation in acute myeloid leukemia in first complete remission

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadjanara D. Bueno

    2008-10-01

    Full Text Available Vinte e dois pacientes consecutivos portadores de leucemia mielóide aguda (LMA em primeira remissão completa (1ªRC submetidos a transplante de células-tronco hematopoéticas autogênico (TCTH Auto condicionados com bussulfano e melfalano (Bu/Mel foram selecionados entre 1993 e 2006. A probabilidade de sobrevida global (SG pelo método de Kaplan-Meier foi de 57,5% após 36 meses, com "plateau" aos 20 meses após o transplante. Fatores como sexo, classificação Franco-Americana-Britânica (FAB da LMA, tratamento de indução, consolidação intensiva, remissão após o primeiro ciclo de indução e fonte de células não tiveram impacto na sobrevida. Pela análise citogenética, um paciente de mau prognóstico submetido ao procedimento, foi a óbito um ano após o transplante. Nove pacientes foram a óbito, oito por recidiva e um por hemorragia. Morte antes dos 100 dias ocorreu em dois pacientes, um por recidiva e outro por hemorragia decorrente da plaquetopenia refratária, relacionada ao procedimento. Concluímos que o regime de condicionamento Bu/Mel é opção válida ao uso de outros regimes de condicionamento, apresentando excelente taxa da sobrevida.Twenty-two consecutive patients with acute myeloid leukemia in first complete remission submitted to autologous hematopoietic stem cells transplantation conditioned with busulfan and melphalan were evaluated between 1993 and 2006. The overall survival, according to the Kaplan-Meier curve, was 57.5% at 36 months, with a "plateau" at 20 months after transplant. Factors such as gender, French-American-British (FAB classification of acute myeloid leukemia, induction therapy, intensive consolidation, remission after the first cycle of induction and source of cells had no impact on survival. One patient with poor prognosis before the procedure died a year after transplantation. Nine patients died, eight by relapse and one because of bleeding. Death before 100 days occurred for two patients, one

  10. Comparação dos efeitos de duas técnicas fisioterapêuticas respiratórias em parâmetros cardiorrespiratórios de lactentes com bronquiolite viral aguda Comparison of the effects that two different respiratory physical therapy techniques have on cardiorespiratory parameters in infants with acute viral bronchiolitis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Karina Pupin

    2009-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar os efeitos das técnicas de aumento do fluxo expiratório (AFE e vibração associada à drenagem postural (DP nos parâmetros cardiorrespiratórios de frequência cardíaca (FC, frequência respiratória (FR e SpO2 de lactentes com bronquiolite viral aguda (BVA. MÉTODOS: Foram analisados lactentes com diagnóstico clínico e radiológico de BVA. A FC, FR e SpO2 foram registradas em quatro tempos: antes do procedimento e após 10, 30 e 60 min do término do procedimento. Os pacientes foram divididos em três grupos: submetido à AFE; submetido à vibração/DP; e controle. RESULTADOS: Foram in