WorldWideScience

Sample records for consumo alimentar nos

  1. Prevalência de consumo de suplementos alimentares nos profissionais do Instituto Politécnico de Bragança

    OpenAIRE

    Garcia, Solange; Rodrigues, Diana; Costa, Juliana; Azevedo, Liliana; Ribeiro, Maria Isabel

    2014-01-01

    Atualmente, o estilo de vida da sociedade, nem sempre permite a ingestão de refeições equilibradas, o que despoleta os indivíduos a recorrer a suplementos alimentares para compensar a deficiente ingestão de certas substâncias, assim como prevenir diversas patologias.(1) Os suplementos alimentares são definidos como géneros alimentícios que se destinam a complementar e ou suplementar o regime alimentar normal e que constituem fontes concentradas de determinadas substâncias, nutr...

  2. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arethusa Sass

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00 e o de água (p=0,04. Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.

  3. Consumo alimentar e fatores dieteticos envolvidos no processo saude e doenca de Nikkeis: revisao sistematica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Hitomi Tanabe

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar consumo alimentar e fatores dietéticos envolvidos no processo saúde e doença da população de nikkeis. MÉTODOS: Foi realizada revisão sistemática da literatura, com buscas nas bases de dados do Lilacs, SciELO e PubMed/Medline, referente ao período de 1997 a 2012, de estudos observacionais sobre o consumo alimentar de nikkeis. Inicialmente, foram analisados 137 títulos e resumos, sendo excluídos estudos de intervenção, aqueles que apresentavam somente níveis séricos de vitaminas e metabólitos e estudos que não contemplassem o objetivo da revisão. Desses, foram selecionados 38 estudos avaliados com base no método de Downs & Black (1998, adaptado para estudos observacionais, permanecendo 33 para análise. RESULTADOS: Foram encontrados poucos estudos sobre consumo alimentar de nikkeis fora do Havaí, dos Estados Unidos e do estado de São Paulo (principalmente em Bauru, no Brasil. Houve elevada contribuição dos lipídios no valor calórico total dos nipo-brasileiros, em detrimento dos carboidratos e das proteínas. Nos Estados Unidos, a prevalência de consumo de alimentos de alta densidade energética foi elevada em nipo-americanos. Os nisseis (filhos de imigrantes apresentaram, em média, maior consumo de produtos da dieta japonesa, enquanto os sanseis (netos de imigrantes apresentaram um perfil alimentar mais ocidentalizado. CONCLUSÕES: O consumo alimentar de nikkeis, embora ainda conservando alguns hábitos alimentares de japoneses nativos, revela alta prevalência de consumo de alimentos típicos do padrão ocidental (alimentos processados, ricos em gorduras e sódio e pobres em fibras, que pode estar contribuindo para o aumento de doenças crônicas nessa população.

  4. ANEMIA E CONSUMO ALIMENTAR DE GESTANTES ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C.P. DIAS

    2009-03-01

    Full Text Available

    O aumento na incidência da gravidez na adolescência tem sido vista com preocupação por especialistas em saúde pública. O consumo de alimentos para a manutenção da alta demanda por nutrientes é um dos componentes mais relevantes para a saúde das gestantes adolescentes. Este estudo teve por objetivo conhecer o consumo habitual de nutrientes específicos por gestantes adolescentes, através do método do recordatório 24 horas e, a presença de anemia, através da determinação da hemoglobina sérica. Medidas antropométricas e informações sócio-econômicas e de saúde complementaram os dados. A energia e os macronutrientes ingeridos foram nutricionalmente adequados, assim como a vitamina C. J�� o ferro consumido não encontrou o requerimento nutricional para o grupo. Somente as gestantes que faziam uso de suplemento de ferro encontraram suas necessidades. Associação entre a presença de anemia e idade cronológica, idade da primeira relação sexual e trabalho foi encontrada. Enfatizar a importância da suplementação de ferro e da educação nutricional para prevenir a anemia ferropriva no pré-natal é um fator fundamental para melhorar os resultados da gravidez na adolescência. PALAVRAS-CHAVE: Gravidez na adolescência; consumo de nutrientes; anemia.

  5. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  6. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  7. Avaliação nutricional e consumo alimentar de pacientes com doença celíaca com e sem transgressão alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiana Santos Andreoli

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a ingestão de energia e de macronutrientes de pacientes com diagnóstico de doença celíaca que transgrediam ou não a dieta isenta de glúten. MÉTODOS: Foram estudados 63 pacientes com doença celíaca: 34 crianças e 29 adolescentes. Transgressão à dieta isenta de glúten foi caracterizada por meio da dosagem sérica do anticorpo antitransglutaminase tissular recombiante humana. O estado nutricional foi avaliado com base nos escores-Z de peso/idade, estatura/idade e no índice de massa corporal. A ingestão alimentar foi avaliada por meio do inquérito alimentar de 24 horas. RESULTADOS: A transgressão à dieta sem glúten foi constatada em 41,2% das crianças e em 34,5% dos adolescentes. Nas crianças com transgressão alimentar, a média do escore-Z de estatura/idade foi inferior à das crianças do grupo que não transgredia (p=0,024. Todavia, o grupo com transgressão apresentou maior escore-Z do índice de massa corporal em relação aos que não transgrediam (p=0,021. Os adolescentes que não transgrediam apresentaram maior índice de massa corporal quando comparados aos que transgrediam a dieta (p=0,037. Em relação à ingestão alimentar, não se observou diferença estatística entre os grupos. Todavia, cerca de 70,0% das crianças e adolescentes apresentaram consumo de energia acima de 120,0% da recomendação. CONCLUSÃO: As crianças que transgrediam a dieta apresentaram menor escore-Z de estatura/idade e maior escore-Z para índice de massa corporal do que crianças que seguem sem transgressões alimentares. Os adolescentes que não transgrediam a dieta apresentaram maior média de índice de massa corporal quando comparados aos que transgrediam a dieta. Consumo energético elevado foi observado tanto nas crianças quanto nos adolescentes.

  8. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  9. CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS, CONSUMO ALIMENTAR E ESTADO NUTRICIONAL DE PRÉ- ESCOLARES PERTENCENTES A UMA CRECHE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tessa Bitencourt VALENTE

    2010-12-01

    Full Text Available

    O objetivo deste estudo foi analisar as condições socioeconômicas, o consumo alimentar e o estado nutricional de 39 pré-escolares pertencentes a uma creche da cidade de Santa Maria/RS. Foi aplicado um questionário para análise do perfil socioeconômico das famílias e um questionário de frequência alimentar contendo itens alimentares usualmente consumidos pelos pré-escolares, a fim da verificação do consumo alimentar. As curvas de crescimento propostas pela Organização Mundial da Saúde foram utilizadas para análise do perfil nutricional. Utilizou-se o teste do Qui-quadrado ou teste Exato de Fisher para comparação entre as variáveis de frequência e o teste t de Student para verificar a diferença entre as médias (P≤0,05. Quanto aos resultados, constatou-se que as famílias apresentavam um bom nível socioeconômico, já que 66,67% dos responsáveis possuíam ensino superior; 51,28%, casa própria; e em 58,97% dos domicílios geralmente moravam de 1 a 3 pessoas. Foi observado um grande consumo de leite, cereais, refrigerantes, guloseimas e um baixo consumo de frutas e hortaliças. Embora a maioria das crianças fosse classificada como eutrófica (82,05%; 100%; 66,67%; 64,10% nos indicadores P/I, E/I, P/E e IMC, respectivamente, houve uma prevalência importante de risco de sobrepeso e de sobrepeso. Os dados mostraram que o bom nível socioeconômico das famílias garantiu o acesso a uma alimentação variada. No entanto, verifica-se que seria importante uma orientação nutricional para promover alimentação saudável, uma vez que foi observado grande consumo de carboidratos simples, refrigerantes e lipídios em detrimento de frutas, hortaliças e cereais integrais, além de uma tendência ao excesso de peso.

  10. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Jesus Mendes da Fonseca

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.

  11. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Maria de Jesus Mendes da

    1999-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.

  12. Prática alimentar nos dois primeiros anos de vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Braga Lima

    2011-12-01

    Full Text Available Avaliou-se prática alimentar de crianças menores de dois anos. Estudo transversal desenvolvido em 2004-2005, a partir de dados do Estudo de Consumo Alimentar Populacional de Belo Horizonte/ECAP-BH. A amostra compreendeu 148 crianças menores de dois anos. Realizou-se entrevista em domicílio com mães/responsáveis e levantou-se os alimentos consumidos nas últimas 24 horas, incluindo leite materno e idade de introdução da alimentação complementar. Medianas de aleitamento materno exclusiva e total foram 60 e 150 dias, respectivamente. A introdução de outros tipos de leite e de alimentos não-lácteos ocorreu precocemente. Do ponto de vista nutricional, as dietas eram desbalanceadas e o ferro foi o nutriente mais deficiente no primeiro ano de vida. Os resultados evidenciam a necessidade da implementação de medidas de intervenção nos serviços de saúde do município para a promoção da alimentação complementar saudável.

  13. Consumo alimentar de pré-escolares matriculados nos Centros de Educação e Alimentação do Pré-Escolar (CEAPEs e de suas respectivas famílias Food intake of children registered in Preschool Education and Alimentation Centres (CEAPEs and that of their families

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Nilda Mazzilli

    1981-12-01

    Full Text Available Foi realizado inquérito de consumo alimentar em 383 pré-escocalares e respecttivas famílias, matriculados em 21 Centros de Educação e Alimentação do Pré-Escolar (CEAPEs de 7 cidades do interior paulista. Utilizou-se o método da pesagem direta dos alimentos, combinado com o recordatório, para obtenção do consumo alimentar de 24 horas da família e do pré-escolar. Concomitantemente, foram obtidas informações sobre a merenda escolar recebida e sua influência nas refeições realizadas em casa pelo pré-escolar. Cerca de 50% dos pré-escolares apresentaram deficiência energética, enquanto apenas 15% não alcançaram 90% ou mais de adequação de consumo de proteínas. Os pré-escolares apresentaram ainda deficiência acentuada de vitamina A, cálcio, niacina e vitamina C. Quanto às famílias, as maiores deficiências alimentares foram em relação à vitamina A e ao cálcio. A merenda escolar influenciou consumo alimentar do pré-escolar, tanto em relação ao número de refeições, quanto à quantidade de alimentos ingeridos em casa.A dietary survey was carried out among preschool children and their families drawn from twenty-one Preschool Education and Feeding Centre (CEAPEs, in seven towns of the State of S. Paulo. The diatary data from children and families were obtained by applying the weighed food intake method combined with the recall method, during 24 hours, and collected by home visits. Simultaneously data on school lunches concerning their composition and influence on home meals were collected. About half the preschool children showed energy deficiency though only fifteen percent of them showed inadequate protein intake. The most outstanding dietary deficiencies in the preschool children related to vitamin A, calcium, niacin and ascorbic acid. With regard to the families, the most striking deficiencies related to vitamin A and calcium. The school lunch showed some influence on the dietary intake of children, insofar as

  14. Consumo alimentar de adolescentes com e sem sobrepeso do Município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli G. Andrade

    2003-10-01

    Full Text Available Comparam-se, neste estudo, as características do consumo alimentar de uma amostra probabilística de adolescentes com sobrepeso e adolescentes com peso normal, com idades entre 12 e 17,9 anos. Os dados analisados foram obtidos em pesquisa realizada no Município do Rio de Janeiro, em 1995-1996. Estimou-se o consumo alimentar através de um questionário de freqüência do consumo de alimentos semiquantitativo. Avaliou-se o estado nutricional através do índice de massa corporal (IMC = peso/altura², classificando-se os adolescentes com e sem sobrepeso pelo percentil 90 da distribuição do IMC de crianças brasileiras de 1989. O consumo de indivíduos com e sem sobrepeso foi semelhante, em ambos os grupos observou-se consumo inferior ao mínimo das porções recomendadas dos grupos alimentares e consumo elevado de alimentos de alta densidade energética. Esses hábitos alimentares propiciam o desenvolvimento de excesso de peso e podem ser determinantes de obesidade e doenças crônicas não transmissíveis na maturidade.

  15. Consumo alimentar de adolescentes com e sem sobrepeso do Município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrade Roseli G.

    2003-01-01

    Full Text Available Comparam-se, neste estudo, as características do consumo alimentar de uma amostra probabilística de adolescentes com sobrepeso e adolescentes com peso normal, com idades entre 12 e 17,9 anos. Os dados analisados foram obtidos em pesquisa realizada no Município do Rio de Janeiro, em 1995-1996. Estimou-se o consumo alimentar através de um questionário de freqüência do consumo de alimentos semiquantitativo. Avaliou-se o estado nutricional através do índice de massa corporal (IMC = peso/altura², classificando-se os adolescentes com e sem sobrepeso pelo percentil 90 da distribuição do IMC de crianças brasileiras de 1989. O consumo de indivíduos com e sem sobrepeso foi semelhante, em ambos os grupos observou-se consumo inferior ao mínimo das porções recomendadas dos grupos alimentares e consumo elevado de alimentos de alta densidade energética. Esses hábitos alimentares propiciam o desenvolvimento de excesso de peso e podem ser determinantes de obesidade e doenças crônicas não transmissíveis na maturidade.

  16. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barros Denise Cavalcante de

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.

  17. Consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARVALHO Cecilia Maria Resende Gonçalves de

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, realizou-se estudo transversal através de amostragem sistemática. A freqüência de consumo de alimentos expressa em dias por semana foi obtida mediante questionário administrado individualmente ao aluno. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal, considerando com sobrepeso valores > ou = P85. Os resultados indicam prevalência elevada de risco para o sobrepeso (19,8% nos 334 adolescentes. Os meninos consumiram com maior freqüência alimentos energéticos (milho, manteiga, pizza, lasanha, sucos industrializados, refrigerantes e construtores (frango, ovos, leguminosas em relação às meninas (p < 0,05. Os adolescentes de 10 a 13 anos consumiram com maior freqüência milho, mel, açúcar, rapadura enquanto aqueles com idade entre 17 e 19 anos consumiram mais arroz, bolos, biscoitos, rosca, balas, goma de mascar, refrigerantes, frutas verde-amarelo.

  18. Consumo alimentar de crianças atendidas em ambulatório de nutrição de unidade - doi:10.5020/18061230.2009.p81

    OpenAIRE

    Ingrid Rocha Ramalho; Eliane Mara Viana Henriques

    2012-01-01

    Objetivo: Avaliar o padrão alimentar de crianças em seguimento ambulatorial, verificando os tipos de alimentos, o consumo energético e a distribuição de nutrientes. Métodos: Realizou-se um estudo documental, no período de janeiro de 2005 a dezembro 2007, em que foram analisados 75 recordatórios alimentares presentes nos prontuários de crianças com idade entre 2 e 10 anos. As variáveis estudadas foram hábito alimentar, consumo energético, distribuição de macronutrientes, de micronutrientes (cá...

  19. Consumo e comportamento alimentar entre adolescentes brasileiros: Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), 2009

    OpenAIRE

    LEVY, Renata Bertazzi; Castro,Inês Rugani Ribeiro de; CARDOSO, Letícia Oliveira; Tavares,Letícia Ferreira; Sardinha,Luciana Monteiro Vasconcelos; Gomes,Fabio da Silva; COSTA, André Wallace Nery da

    2010-01-01

    O objetivo deste artigo é descrever características de consumo e comportamento alimentar de adolescentes brasileiros e sua associação com fatores sociodemográficos. Estudou-se, em 2009, amostra representativa de alunos do 9º ano do ensino fundamental de escolas públicas e privadas das 26 capitais brasileiras e do Distrito Federal. Utilizou-se questionário autoaplicável sobre atributos sociodemográficos, consumo e comportamento alimentar, entre outros. Estimativas dos indicadores construídos f...

  20. Estudo do consumo alimentar: em busca de uma abordagem multidisciplinar Study of food consumption: in search of a multidisciplinary approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana P. de Oliveira

    1997-04-01

    Full Text Available Mudanças nos hábitos alimentares têm sido observadas nas últimas décadas, em vários países, revelando a complexidade dos modelos de consumo e de seus fatores determinantes. Assim, a adoção de uma abordagem multidisciplinar e comparativa, onde os vários aspectos da alimentação (econômicos, sociais, culturais e nutricionais possam ser avaliados, faz-se ainda mais necessária, de modo a permitir a elucidação dos mecanismos responsáveis por essas mudanças e suas conseqüências, nos diferentes contextos socioeconômicos. Foram analisadas as contribuições de várias áreas de conhecimento ao estudo da situação alimentar e discutidos os enfoques dados a esse tema no contexto dos países do Norte e do Sul e, mais especificamente, para o caso brasileiro. Propõe-se a análise do consumo alimentar a partir da noção de "sistemas alimentares", numa perspectiva histórica. Trata-se de considerar os diferentes agentes sociais (produtores, distribuidores, consumidores e o Estado, suas lógicas, suas estratégias e as relações que se estabelecem entre eles, ao longo do tempo, visando assim à compreensão do processo através do qual os hábitos alimentares se constroem e evoluem.Changes in eating habits have been observed in many countries in recent decades revealing the complexity of consumption models and their determining factors. Thus it is that the adoption of a multidisciplinary and comparative approach by which the various aspects of eating habits (economic, social, cultural and nutritional may be assessed so as to permit the elucidation of the mechanisms responsible for these changes and their consequences in different socio-economic contexts, becomes even more necessary. The contributions of the various areas of knowledge to the study of the nutritional situation are here analysed and the approach to this theme in countries of the North and the South is discussed, as is, specifically, the situation in Brazil. Finally, the

  1. Ambiente alimentar urbano em São Paulo, Brasil: avaliação, desigualdades e associação com consumo alimentar

    OpenAIRE

    Ana Clara da Fonseca Leitão Duran

    2013-01-01

    Introdução: Estudos realizados em outros contextos mostram que o acesso a alimentos saudáveis e o consumo alimentar variam conforme o local de residência, podendo contribuir com desigualdades em saúde já existentes em áreas urbanas. Objetivos: O estudo apresenta três objetivos: (1) propor e avaliar a confiabilidade de instrumentos de avaliação do microambiente alimentar urbano adaptado ao contexto do Município de São Paulo, (2) investigar se o acesso a alimentos varia de acordo com o nível ...

  2. Validação de fotografias de alimentos para estimativa do consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rávila Graziany Machado de SOUZA

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Validar fotografias de um guia fotográfico de alimentos para estimativa do consumo alimentar. Métodos As fotografias de 12 alimentos (bolo simples, macarrão ao sugo, mamão formosa, melancia, repolho roxo ralado, quiabo refogado, churrasco em tiras, filé de frango grelhado, pudim de leite condensado, pizza, amendoim cru e queijo tipo minas, retratadas em três tamanhos de porções (pequena, média e grande, foram avaliadas por 90 indivíduos adultos. Foram também investigados o peso, a estatura e o sexo dos participantes. Para análise de concordância entre o tamanho da porção do alimento retratado nas fotos e o tamanho real do alimento, utilizou-se o teste Kappa. Os dados foram analisados no software Stata, considerando-se p 0,05. Conclusão As 12 fotografias apresentaram uma boa concordância com as porções dos alimentos e podem ser um instrumento útil para aumentar a acurácia dos relatos do consumo alimentar.

  3. Influência do consumo alimentar e uso de suplementos no desempenho de paratletas brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Rangel Barboza

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:Atletas de halterofilismo buscam aumentar sua força em relação ao peso corporal utilizando treinamento resistido e a nutrição como ferramentas para melhorar o desempenho. Apesar dos benefícios proporcionados por um adequado planejamento alimentar, muitos atletas utilizam estratégias inadequadas, manifestadas pela piora na composição corporal e no desempenho esportivo.Objetivo:Analisar o consumo energético e proteico e o uso de suplementos alimentares de paratletas a fim de avaliar a influência da estratégia dietética no desempenho.Métodos:Foram coletados dados pessoais, medidas antropométricas, informações referentes ao comportamento alimentar e da competição de 24 paratletas halterofilistas do sexo masculino.Resultados:A quantidade de calorias e as porções de macronutrientes consumidas pela alimentação foram em média 2.235,8 ± 694,92 kcal, 27 ± 11,55% proteínas, 46 ± 8,17% carboidratos e 27 ± 8,57% lipídeos. Dos atletas estudados, 87,5% relataram utilizar suplementos alimentares. Os atletas com maior índice de massa corporal (IMC apresentaram menor ingestão energética e proteica relativa, maior somatório de dobras cutâneas e desempenho similar a dos demais estudados.Conclusão:A estratégia utilizada pelos atletas de maior massa corporal não propiciou melhoria direta no desempenho e influen-ciou negativamente na composição corporal. Este fato deve-se provavelmente à falta de adequação entre dieta e suplementação.

  4. Tempo excessivo diante da televisão e sua influência sobre o consumo alimentar de adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Cristina ENES

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO Objetivo Investigar a associação entre o tempo diante da televisão e o consumo alimentar de adolescentes. Métodos Trata-se de estudo transversal com 815 adolescentes de ambos os sexos, de escolas públicas de Piracicaba, São Paulo. Foram obtidos dados sociodemográficos e antropométricos, bem como sobre o tempo despendido em frente à televisão e o consumo alimentar habitual. Este último foi obtido mediante aplicação do Questionário de Frequência Alimentar, avaliando-se a adequação do consumo (porções/dia de sete grupos alimentares conforme recomendação do Guia Alimentar Brasileiro. O tempo de televisão foi obtido a partir do total de horas diárias dedicadas a assistir à televisão, sendo classificadas duas categorias: 2 horas/dia. Utilizou-se o teste t de Student para avaliar a diferença de médias entre as variáveis contínuas. A relação entre variáveis independentes e tempo de televisão foi testada pela regressão de Poisson. Resultados Os adolescentes que permanecem mais tempo em frente à televisão consumiram mais leite e derivados (p=0,03, açúcares e doces (p=0,01 e refrigerante (p=0,02. Observou-se que o baixo consumo de frutas, assim como o consumo excessivo de doces, açúcares e refrigerantes e a menor idade, estavam associados ao maior tempo de televisão. Na análise multivariável, hábitos alimentares não saudáveis, como a baixa ingestão de frutas (p=0,014 e o consumo elevado de doces e açúcares (p=0,041, permaneceram independentemente associados ao tempo de televisão. Conclusão O tempo excessivo em frente à televisão se associou a hábitos alimentares inadequados. Os adolescentes que permanecem tempo excessivo em frente à televisão devem ser incentivados a adotar uma prática alimentar mais saudável, já que a alimentação inadequada e o sedentarismo, sobretudo em associação, aumentam o risco de doenças crônicas ainda na adolescência.

  5. Hábitos e consumo alimentares de atletas nadadores Feeding habits and intakes of swimmer athletes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ileana Mourão Kazapi

    1998-12-01

    Full Text Available Estudou-se 27 atletas nadadores (14 mulheres e 13 homens com idade entre 13 e 21 anos, com o objetivo de conhecer seus hábitos alimentares e consumo alimentar, aplicando-se questionários de registro e freqüência alimentar. O percentual de adequação foi determinado comparando-se as necessidades de cada indivíduo (calculadas teoricamente com as quantidades consumidas. Os resultados indicaram que o consumo energético foi maior para os homens (média de 3 125Kcal contra 1 865Kcal das mulheres. O consumo dos demais nutrientes também apresentou-se superior para o sexo masculino, exceto para a vitamina C. A contribuição percentual de macronutrientes apresentou-se desequilibrada tanto para os homens quanto para as mulheres. Os homens apresentaram uma adequação baixa (70-80% para os carboidratos e vitamina A, uma adequação excedente (> 110% para proteínas, gordura, vitamina C e ferro, e uma adequação normal para os demais nutrientes. As mulheres apresentaram uma adequação marginal (Twenty-seven swimmer athletes (14 women and 13 men, aged 13 to 21 years old, were studied to determine their dietary habits and food intakes. The subjects recorded their food intake and frequency. The percentage of their nutritional adequacy was determined comparing the nutritional requirements of each person (theoretically calculated with the consumed quantities. The results indicated that the caloric intake was higher for men (3124,7 Kcal against 1865 Kcal for women. The intake of all the other nutrients was observed to be higher for men, except for vitamin C. The diet was unbalanced (macronutrients for both sexes. Men presented a low adequacy (70-80% of carbohydrates and vitamin A, excess of protein, fat, vitamin C and iron (> 110%, and a normal adequacy of the other nutrients.Women presented a marginal adequacy of carbohydrates, energy and calcium (< 70%, excess of vitamin C, and a normal adequacy of the other nutrients.

  6. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fornés Nélida Schmid de

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  7. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid de Fornés

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  8. Avaliação do consumo alimentar de pacientes com mucopolissacaridose = Assessment of dietary intake of patients with mucopolysaccharidosis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leite, Roberta B.

    2014-01-01

    Conclusões: Detectou-se alta frequência de inadequação no consumo alimentar de crianças e adolescentes com mucopolissacaridose. Algumas limitações osteoarticulares causadas pela doença acarretam problemas na ingestão de alimentos, tendo muitos pacientes necessidade de auxílio no ato de se alimentar. A conduta nutricional especializada poderá auxiliar na qualidade de vida e no prognóstico desses indivíduos

  9. Consumo dos grupos alimentares em crianças usuárias da rede pública de saúde do município de Aracaju, Sergipe Consumo de los grupos alimentares en niños usuarios de la red pública de salud en el municipio de Aracaju, Sergipe (Brasil Consumption of food groups among children attending the public health system of Aracaju, Northeast Brazil, in Sergipe

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elenice de Oliveira S. Filha

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo dos grupos alimentares em crianças usuárias da rede pública de saúde do município de Aracaju, Sergipe. MÉTODOS: Estudo transversal com crianças de 6 a 35 meses de cinco Unidades Básicas de Saúde. Para a avaliação dietética foi utilizado o recordatório alimentar de 24 horas. Os alimentos e preparações consumidos pelas crianças foram transformados em porções relacionadas aos oito grupos da Pirâmide Alimentar, e suas inadequações foram analisadas de acordo com as recomendações dos guias alimentares brasileiros. Comparou-se o consumo alimentar das faixas etárias de 6 a 11, 12 a 23 e 24 a 35 meses. Para análise das variáveis, os testes estatísticos Kruskal-Wallis e qui-quadrado foram utilizados, considerando nível de significância de 5%. RESULTADOS: Dentre as 359 crianças incluídas, observou-se consumo insuficiente de hortaliças, frutas, leite e derivados, e alto consumo de açúcares e doces. Quando comparado o consumo entre as diferentes faixas etárias, as crianças de 6 a 11 meses apresentaram menor consumo de frutas, carnes e leguminosas, e as de 24 a 35 meses tiveram maiores percentuais de ingestão excessiva de cereais, açúcares e doces, óleos e gorduras. CONCLUSÕES: O consumo alimentar das crianças apresentou inadequações nos grupos alimentares das frutas, hortaliças, leite e derivados, açúcares e doces, além de diferenças significativas no consumo entre as faixas etárias. Nesse contexto, é importante salientar a necessidade da educação alimentar e nutricional, respeitando as especificidades de cada grupo etário, visando a contribuir para a prevenção de problemas nutricionais em médio e longo prazos.OBJETIVO: Evaluar el consumo de los grupos alimentares en niños usuarios de la red pública de salud del municipio de Aracaju, Sergipe. MÉTODOS: Estudio transversal con niños de 6 a 35 meses de cinco Unidades Básicas de Salud. Para la evaluación dietética, se

  10. Food Consumption and Iron Intake of Pregnant and Reproductive Aged Women Consumo alimentar e ingestión de hierro por mujeres embarazadas y en edad reproductiva Consumo alimentar e ingestão de ferro de gestantes e mulheres em idade reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sayuri Sato

    2010-04-01

    alimentos, suplemento medicamentoso para gestantes y orientación nutricional para las mujeres en general.Comparar a prática alimentar e o consumo de alimentos fontes de ferro, naturais e fortificados, de mulheres em idade reprodutiva, gestantes ou não, constituiu o objetivo desta pesquisa. Estudo transversal, desenvolvido em um centro de saúde do município de São Paulo, envolvendo 61 mulheres, sendo 30 gestantes. Utilizou-se questionário de frequência de consumo alimentar e recordatório de 24h. As principais fontes naturais de ferro foram feijão e folhas verdes. Alimentos fortificados também tiveram participação importante. Houve pequena diferença estatisticamente significativa entre o consumo alimentar das gestantes e não gestantes. Observou-se inadequação do consumo de ferro, folato e cálcio nos dois grupos. As mulheres não gestantes atenderiam a demanda de ferro, considerando-se o adicional recomendado para a fortificação das farinhas, porém, as gestantes não. Há necessidade de estratégias combinadas: fortificação dos alimentos, suplementação medicamentosa para gestantes e orientação nutricional para as mulheres em geral.

  11. Consumo alimentar de crianças atendidas em ambulatório de nutrição de unidade - doi:10.5020/18061230.2009.p81

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Rocha Ramalho

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o padrão alimentar de crianças em seguimento ambulatorial, verificando os tipos de alimentos, o consumo energético e a distribuição de nutrientes. Métodos: Realizou-se um estudo documental, no período de janeiro de 2005 a dezembro 2007, em que foram analisados 75 recordatórios alimentares presentes nos prontuários de crianças com idade entre 2 e 10 anos. As variáveis estudadas foram hábito alimentar, consumo energético, distribuição de macronutrientes, de micronutrientes (cálcio, ferro e as vitaminas A, C, B1, B2 e fibras. Os testes exato de Fisher e Qui-quadrado foram usados para verificar associação entre o consumo alimentar e as variáveis estudadas. Resultados: Os alimentos mais consumidos consistiram de: leite, arroz, feijão, óleo e açúcar, e menor de frutas e verduras. Com relação ao consumo de energia, o estudo revelou que 8 (10,66% crianças ingeriam a quantidade recomendada, sendo que 32 (42,66% consumiam um valor inferior e 35 (46,66%, valor superior ao recomendado para sua idade, sexo e atividade física. Em relação aos carboidratos, proteínas e lipídios, observou-se que 59 (78,7%, 68 (90,7% e 39 (52% crianças encontravam-se de acordo com as respectivas DRI (dietetic references intake. O consumo de alimentos ricos em ferro esteve presente, mas houve pouco consumo de fontes de vitamina C. Conclusão: A avaliação dos recordatórios alimentares revelou uma dieta monótona e pouco diversificada, basicamente láctea, com consumo elevado de açúcares e de gordura e reduzido consumo de frutas e verduras.

  12. Efeitos do consumo de aditivos químicos alimentares na saúde humana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciéli Aline Conte

    2016-06-01

    Full Text Available A industrialização de alimentos revolucionou a alimentação influenciada pelo grande crescimento populacional e pela grande urbanização apresentando vantagens em relação à durabilidade, praticidade e preço, mas também desvantagens quando relacionados à saúde. O objetivo deste trabalho é mostrar os efeitos que os aditivos alimentares provocam sobre a saúde humana. Este trabalho é uma revisão bibliográfica de literaturas nacionais e internacionais, em trabalhos de revisão, experimental e em seres humanos tendo como base de dados: Capes, Scielo, MedLine, PubMed, Google Acadêmico, Bireme, além de sites e livros da área de nutrição. Antioxidantes, corantes, conservantes, emulsificantes e outros aditivos alimentares, a medida que permitem maior durabilidade, cor, sabor, maciez, crocância e outras características aos produtos, por outro lado, provocam alergias diversas, principalmente para crianças, são potencialmente cancerígenos; precursores de mal de Parkinson; mal de Alzheimer; além de serem resistentes insulínicos, e hipertensivos. O consumo de alimentos processados/industrializados possui efeitos negativos sobre a saúde, principalmente relacionados à doenças crônicas não transmissíveis como a hipertensão, diabetes mellitus tipo II, cânceres e doenças desmielinizantes.

  13. Residual feed intake and relationships with performance of Nellore cattle selected for post weaning weight Consumo alimentar residual e relações com o desempenho de bovinos Nelore selecionados para peso pós-desmame

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. Lucila Sobrinho

    2011-04-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate performance, efficiency parameters and phenotypic correlations among measurements of energy efficiency of Nellore cattle selected for post weaning weight and classified according to residual feed intake, calculated by the difference between observed and predicted intake, based on average metabolic body weight and average daily gain. Thus, animals were classified within three groups: high (> mean + 0.5 standard deviation, less efficient; medium (±0.5 standard deviation of the mean; and low (Objetivou-se com este trabalho avaliar desempenho, parâmetros de eficiência e correlações fenotípicas entre medidas de eficiência energética de animais Nelore selecionados para peso pós-desmame e classificados quanto ao consumo alimentar residual, calculado pela diferença entre o consumo observado e o predito, com base no peso vivo médio metabólico e no ganho médio diário. Assim, os animais foram classificados em três grupos: alto (> média + 0,5 desvio-padrão; menos eficientes; médio (± 0,5 desvio-padrão da média; e baixo (< média - 0,5 desvio padrão; mais eficientes consumo alimentar residual. Não foram observadas diferenças nos pesos vivos inicial e final, no ganho médio diário e no consumo de matéria seca entre os grupos. Animais com baixo consumo alimentar residual mostraram-se também com melhor eficiência alimentar, conversão alimentar e eficiência parcial de crescimento e não apresentaram diferenças em relação aos outros grupos quanto à taxa de crescimento relativo e taxa Kleiber. O consumo alimentar residual apresentou correlação significativa com eficiência alimentar (_0,25, conversão alimentar (0,25, eficiência parcial de crescimento (_0,37 e consumo de MS (0,16 e não apresentou correlação significativa com peso vivo (0,04, ganho médio diário (_0,02, taxa de crescimento relativo (_0,03 e taxa de Kleiber (_0,05. Foram encontradas correlações significativas entre

  14. Avaliação da composição corporal e do consumo alimentar de nadadores adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Veroneze de Mello

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOIntrodução:A composição corporal e a alimentação de nadadores têm influência direta em seu desem-penho esportivo. Objetivo: Avaliar a composição corporal e o consumo alimentar de nadadores adolescentes.Métodos:Estudo transversal realizado com 15 nadadores adolescentes, de ambos os sexos, de um clube de São Paulo, Brasil. Aplicou-se um questionário de identificação e houve aferição de peso, estatura, circunferências corporais e dobras cutâneas. Para a avaliação do consumo alimentar foi aplicado um recordatório de 24 horas.Resultados:A maioria dos atletas apresentou percentual de gordura corporal adequado. Houve ingestão de suplementos alimentares por todos os nadadores. Observou-se elevado consumo de proteínas e baixa ingestão de carboidratos. As maiores prevalências de inadequação de micronutrientes foram para vitamina B9, iodo e cálcio.Conclusão:Os resultados sugerem a necessidade de intervenção nutricional nesse grupo de atletas.

  15. Prevalência de compulsão alimentar periódica e avaliação do consumo alimentar de indivíduos com excesso de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruna Yhang da Costa Silva

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivo: Verificar a prevalência de compulsão alimentar periódica e avaliar o consumo alimentar de indivíduos com excesso de peso. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, de caráter transversal, realizado com pacientes com IMC igual ou superior a 25Kg/m2, pertencentes à faixa etária de 20 a 59 anos, atendidos nas duas Unidades de Saúde da Família do centro da cidade de Quixeré-CE. A amostra consistiu de 100 pessoas. Foi realizada uma entrevista para triagem da compulsão alimentar periódica. Os participantes responderam a um questionário sobre aspectos socioeconômicos, foram submetidos a uma avaliação antropométrica (peso, altura e a ingestão alimentar foi avaliada com base em dois recordatórios alimentares. Resultados: Entre os entrevistados, 3% foram diagnosticados com CAP grave, 20% com CAP moderada e 77% não tinham Compulsão Alimentar Periódica. Pacientes com graus mais elevados de CAP apresentaram-se com maior excesso ponderal (p=0,03. Os entrevistados com a compulsão moderada e grave, em comparação àqueles sem CAP, mostraram ter um consumo alimentar maior e em desequilíbrio, em se tratando de qualidade de consumo alimentar, para calorias e fibras (p=0,000 e p=0,047, respectivamente. Conclusão: Um terço dos participantes apresentou algum grau de compulsão alimentar, relacionado com alteração de estado nutricional, destacando que os participantes com compulsão alimentar periódica moderada e grave apresentaram um padrão alimentar com mais calorias e menos fibra.

  16. Itens alimentares no consumo alimentar de crianças de 7 a 10 anos Food items in the food intake of children aged seven to ten years

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia de Fragas Hinnigi

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever os itens alimentares mais representativos para o consumo total de energia, carboidratos, proteínas e lipídios de crianças de 7 a 10 anos. MÉTODOS: Elaborou-se uma lista com todos os alimentos consumidos com suas respectivas quantidades e quantificou-se a composição da dieta em energia e macronutrientes. A lista foi baseada em informações fornecidas pelo preenchimento de três Diários Alimentares (DA por 85 escolares de 7 a 10 anos que frequentavam uma escola pública na cidade de São Paulo. Obteve-se o agrupamento dos alimentos em 129 itens, calculou-se o percentual de contribuição de cada item no consumo alimentar dos nutrientes e identificaram-se aqueles que contribuíram com até 95% da ingestão total de calorias e dos nutrientes selecionados. RESULTADOS: Os itens "Arroz branco, arroz à grega, arroz com legumes" e "Feijão marrom, preto, branco, lentilha" contribuíram de forma importante para o consumo de energia e carboidratos. O item "Leite integral fluido, leite integral em pó" foi representativo para o consumo de lipídios, além de proteínas e energia. Ressalta-se a importância no consumo em energia e carboidratos das bebidas doces (refrigerantes e sucos industrializados na dieta deste grupo populacional. CONCLUSÕES: É evidente a participação do arroz no consumo alimentar total de energia e carboidratos; do feijão em energia, carboidratos e proteínas; do leite em energia, proteínas e lipídios; carnes em energia, proteínas e lipídios; e pão em energia e carboidratos. Merece destaque a participação das bebidas doces no consumo total de energia e carboidratos e das guloseimas no consumo total de lipídios.OBJECTIVE: To describe the most representative food items regarding the total intake of energy, carbohydrates, proteins and lipids in children with ages between 7 and 10 years. METHODS: A list was prepared with all food intake and quantities, and the diet composition in relation to energy

  17. Fatores associados ao padrão de consumo alimentar da população brasileira urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Sichieri

    Full Text Available Avaliou-se os fatores que explicariam diferentes padrões de consumo alimentar da população urbana brasileira, com base na Pesquisa sobre Padrões de Vida, realizada no Nordeste e no Sudeste em 1996-1997. Foram incluídos os dados de consumo familiar (últimos 14 dias a partir de uma listagem com 28 alimentos de 5.121 adultos na faixa etária de 20 a 50 anos, após exclusão das gestantes, das lactantes e das pessoas que referiram problema de saúde crônico. Os padrões de consumo alimentar foram definidos pela análise de componentes principais, onde o valor de carga de uma determinada variável (alimento é proporcional à sua contribuição para o fator (padrão de consumo em questão, com a carga negativa indicando que a variável está inversamente associada com o fator, enquanto a positiva indica uma associação direta. A Região Nordeste comparada à Região Sudeste associou-se negativamente a um padrão misto, quando todos os alimentos foram igualmente importantes. O índice de massa corporal associou-se positivamente ao padrão misto, e praticar atividade física e ser negro associou-se negativamente a este padrão. Escolaridade e renda foram as variáveis que mais explicaram o consumo alimentar, mas mesmo ajustando por elas, a região de residência foi o terceiro maior componente explicativo.

  18. Fatores associados ao padrão de consumo alimentar da população brasileira urbana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sichieri Rosely

    2003-01-01

    Full Text Available Avaliou-se os fatores que explicariam diferentes padrões de consumo alimentar da população urbana brasileira, com base na Pesquisa sobre Padrões de Vida, realizada no Nordeste e no Sudeste em 1996-1997. Foram incluídos os dados de consumo familiar (últimos 14 dias a partir de uma listagem com 28 alimentos de 5.121 adultos na faixa etária de 20 a 50 anos, após exclusão das gestantes, das lactantes e das pessoas que referiram problema de saúde crônico. Os padrões de consumo alimentar foram definidos pela análise de componentes principais, onde o valor de carga de uma determinada variável (alimento é proporcional à sua contribuição para o fator (padrão de consumo em questão, com a carga negativa indicando que a variável está inversamente associada com o fator, enquanto a positiva indica uma associação direta. A Região Nordeste comparada à Região Sudeste associou-se negativamente a um padrão misto, quando todos os alimentos foram igualmente importantes. O índice de massa corporal associou-se positivamente ao padrão misto, e praticar atividade física e ser negro associou-se negativamente a este padrão. Escolaridade e renda foram as variáveis que mais explicaram o consumo alimentar, mas mesmo ajustando por elas, a região de residência foi o terceiro maior componente explicativo.

  19. Comportamento alimentar de adolescentes em relação ao consumo de frutas e verduras Adolescent eating behavior regarding fruit and vegetable intakes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Toral

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo avaliou o comportamento alimentar pelo Modelo Transteorético e o estado nutricional de adolescentes de escolas de ensino técnico de São Paulo, quanto a seu consumo habitual de frutas e verduras. MÉTODOS: Investigaram-se o consumo alimentar habitual e a classificação nos estágios de mudança de comportamento, utilizando-se um questionário. Foram aferidos peso e altura para avaliação do estado nutricional pelo Índice de Massa Corporal. Para análise estatística, adotaram-se os testes "t" Student, Qui-Quadrado, Mann-Whitney e HSD-Tukey, com grau de significância de 5%. RESULTADOS: Observou-se baixa prevalência de desvios nutricionais entre os 234 participantes: 3,8% foram classificados como baixo peso e 12,4% apresentavam excesso de peso. Apenas 12,4% e 10,3% consumiam frutas e verduras, respectivamente, conforme o recomendado pela Pirâmide Alimentar. Cerca de um terço da amostra foi classificada tanto em pré-contemplação como em manutenção. Observou-se uma discrepância entre o consumo referido e a percepção alimentar, tendo em vista que 79,7% e 83,7% dos adolescentes acreditavam, erroneamente, que seu consumo de frutas e verduras, respectivamente, era saudável. CONCLUSÃO: O alto percentual de adolescentes em pré-contemplação evidencia a importância do desenvolvimento de estratégias específicas contra a maior resistência desses a modificações dietéticas. A percepção errônea quanto às características de uma dieta saudável e o baixo consumo de frutas e verduras classificam os adolescentes como grupo de risco, exigindo atenção especial para a promoção de hábitos alimentares saudáveis e garantia de qualidade de vida.OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the eating behavior using the Transtheoretical Model and the nutritional status of adolescents from technical schools of São Paulo regarding their usual fruit and vegetable intakes. METHODS: A questionnaire was used to

  20. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados Dependencia para alimentarse y consumo alimentario en ancianos hospitalizados Dependence to feed itself and food consumption in hospitalized elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arethusa Sass

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00 e o de água (p=0,04. Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.El objetivo del estudio fue verificar la asociación del consumo alimentario y la dependencia para alimentarse en ancianos hospitalizados, los cuales fueron entrevistados en las primeras 24hs después de la internación en la clínica médica de un hospital general. Participaron de la investigación 75 ancianos con edad media de 70,9 años, siendo 58,7% del sexo masculino y 17,3% con dependencia para alimentarse. No fue evidenciado asociación entre dependencia para alimentarse y el consumo de alimentos energéticos y constructores, pero lo fue para el consumo de los alimentos reguladores como el ajo y cebolla (p=0,00 y el de agua (p=0,04. Se sugiere la necesidad de orientación nutricional a los cuidadores, visto que la dependencia para alimentarse se asocia a bajo consumo de agua entre ancianos.The objective of the study was to verify the association of food intake and the dependence to be fed in hospitalized elderly individuals who were interviewed in the first 24 hours after admission to a general hospital. Participated in the research 75 individuals average 70.9 years old, being 58.7% male and 17.3% showing dependence to be fed. There was no evident association between dependence

  1. Consumo alimentar e antropometria relacionados à síndrome de fragilidade em idosos residentes em comunidade de baixa renda de um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda de Carvalho Mello

    2017-08-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste estudo foi descrever dados antropométricos e de alimentação relacionados à síndrome de fragilidade em idosos. O desenho foi transversal, com indivíduos ≥ 60 anos de inquérito domiciliar realizado em Manguinhos, Município do Rio de Janeiro, Brasil (n = 137. Foram obtidos o diagnóstico de síndrome de fragilidade segundo Fried et al., medidas antropométricas e aplicado questionário de frequência de consumo alimentar, comparando-se às recomendações do Ministério da Saúde. Nos grupos pré-frágeis e frágeis, o índice de massa corporal e medidas de centralização de gordura apresentaram valores mais elevados e os parâmetros musculares, valores menores, com a gradação da síndrome. O consumo de cereais foi maior nos frágeis e o de feijão e frutas menor; o de vegetais, laticínios e alimentos ricos em açúcar e gordura foi maior nos pré-frágeis; o de carne foi semelhante nos grupos. Assim, o diagnóstico da síndrome, a avaliação antropométrica e da alimentação são ações a serem incluídas às políticas de saúde do idoso por identificar precocemente o risco e beneficiar intervenções de prevenção e promoção à saúde e nutrição.

  2. Proposta metodológica para o módulo de consumo alimentar pessoal na pesquisa brasileira de orçamentos familiares Methodological proposal for the individual food intake module of the Brazilian household budget survey

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edna Massae Yokoo

    2008-12-01

    Full Text Available As alterações que vêm ocorrendo no cenário epidemiológico brasileiro, nas últimas décadas, resultam de profundas modificações sociais e econômicas que incluem, entre outros aspectos, mudanças nos hábitos de alimentação. No Brasil, o único estudo que investigou o consumo alimentar da família com abrangência nacional foi o Estudo Nacional sobre Despesa Familiar, em 1974-1975. Embora sejam de utilidade incontestável, estudos nacionais de consumo alimentar são onerosos e poucos países conseguem desenvolvê-los regularmente. Por outro lado, as pesquisas de orçamentos familiares são importantes fontes de dados de disponibilidade de alimentos no domicílio, a qual é inferida a partir do registro da compra de produtos alimentícios. As recentes modificações nos hábitos de consumo, particularmente, a realização de refeições fora do domicílio constituem limitações para a utilização de dados das pesquisas brasileira de orçamentos familiares como estimativa do consumo alimentar. Assim, o governo brasileiro propôs que a próxima pesquisa de orçamento familiar, a ser desenvolvida em 2008-2009, incluísse um módulo de consumo alimentar individual. As informações sobre o consumo dietético individual serão utilizadas para completar os dados sobre compra de alimentos. O objetivo deste trabalho é relatar a construção e o desenvolvimento da metodologia a ser utilizada no módulo de consumo alimentar individual da pesquisa de orçamento familiar 2008-2009. Os dados a serem obtidos serão combinados com as informações de disponibilidade de alimentos no domicílio para estimar o consumo alimentar usual individual.The changes that have been happening in the Brazilian epidemiological scenario in the last decades result from deep social and economic modifications that include, among other things, changes in dietary habits. In Brazil, the only study that investigated family food consumption nationally was the National Family

  3. Consumo alimentar residual, digestibilidade aparente e comportamento ingestivo de touros da raça nelore

    OpenAIRE

    Menezes, Rayanne Galdino

    2014-01-01

    A eficiência alimentar de bovinos e a sua correlação com comportamento ingestivo e digestibilidade aparente dos nutrientes é o objetivo deste trabalho. A eficiência alimentar é uma das características mais importantes em animais de produção.Processos responsáveis por mais de 25% da variação da eficiência alimentar ainda não foram esclarecidos. Explicar as fontes de variação e identificar animais eficientessão objetivos importantes pa...

  4. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Velásquez-Meléndez

    1997-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p < 0,001; b não houve diferenças significativas no consumo de vitamina A e de vitamina C entre os sexos; c a população de idosos apresentou menor consumo de vitaminas e minerais e não houve diferenças associadas à idade com relação ao consumo de vitamina C; d a dieta habitual, dessa população, apresenta-se inadequada e com baixa densidade nutricional em vitamina A e cálcio.

  5. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Velásquez-Meléndez Gustavo

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p < 0,001; b não houve diferenças significativas no consumo de vitamina A e de vitamina C entre os sexos; c a população de idosos apresentou menor consumo de vitaminas e minerais e não houve diferenças associadas à idade com relação ao consumo de vitamina C; d a dieta habitual, dessa população, apresenta-se inadequada e com baixa densidade nutricional em vitamina A e cálcio.

  6. Consumo alimentar de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Siqueira Santos

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar a ingestão de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno. MÉTODOS: Um grupo de 39 crianças, com até 6 meses de idade, que fazia uso de aleitamento materno (grupo amamentado foi comparado a um grupo-controle que fazia uso de fórmula especial com baixo teor de fenilanina, por meio de um estudo de coorte histórico concorrente. Os grupos foram pareados por sexo e duração da amamentação. Foram revistos 719 recordatórios alimentares de pacientes do grupo amamentado e 628 do grupo-controle. Foi realizada avaliação antropométrica no início e no final do estudo. A análise da ingestão de nutrientes foi feita com a utilização dos programas Minitab e LogXact 4.0, e a avaliação antropométrica foi feita com a utilização do programa Epi Info 6.0. RESULTADOS: O grupo amamentado apresentou ingestão adequada de fenilalanina e tirosina e maior adequação de ingestão proteica e energética. A maioria das crianças dos dois grupos apresentou escore-Z dentro dos limites normais (Z ³-2, com evolução favorável dos indicadores estudados (peso/idade, estatura/idade, peso/estatura e perímetro cefálico. CONCLUSÃO: O aleitamento materno na fenilcetonúria proporcionou ingestão adequada de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína. A chance de uma criança do grupo amamentado possuir recordatórios de 24h adequados de ingestão energética foi 10,64 vezes maior que a chance de uma criança do grupo-controle. Em relação à ingestão proteica a chance foi 5,34 vezes maior. O crescimento foi similar nos dois grupos.

  7. CONSUMO ALIMENTAR E ATIVIDADE FÍSICA DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA ÁREA DE SAÚDE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Soar

    2012-06-01

    Full Text Available O estilo de vida de universitários pode contribuir para o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis. Hábitos alimentares não saudáveis e reduzida prática de atividade física durante o período da graduação frequentemente se mantêm após a formação universitária. O objetivo deste estudo foi analisar características da alimentação e da atividade física em universitários de uma instituição privada. Estudo transversal realizado por meio de entrevista sobre estilo de vida. Observou-se maior valor médio do índice de massa corporal e maior prevalência de sobrepeso no gênero masculino (p<0,05. Identificou-se que 64% da amostra não realizavam atividade física regular e que 70% entendiam conhecer a própria necessidade energética, contudo, somente 39% tinham o conhecimento correto sobre sua necessidade de consumo de energia. Conclui-se que a adequada caracterização do consumo alimentar e da prática de atividade física podem contribuir como ferramentas de auxílio na promoção de saúde desse grupo, pois servirão de base para elaboração de educação em saúde no meio universitário.

  8. Consumo alimentar e gasto energético em adolescentes obesos e eutróficos Food consumption and energy expenditure in obese and non-obese adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Dayrell

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar, entre adolescentes obesos e eutróficos, variáveis relacionadas ao consumo alimentar e ao gasto energético. MÉTODOS: Estudo transversal com 23 adolescentes recrutados em escolas e centros de recreação de São Paulo (SP, distribuídos em dois grupos: 11 obesos e 12 eutróficos. Foram avaliados: peso corporal, estatura, índice de massa corporal, circunferência da cintura, massa magra e massa gorda (estimados por bioimpedância elétrica, três recordatórios alimentares de 24 horas, estimativa do gasto energético diário a partir de três métodos (recordatórios de atividade física, fórmulas preditivas e calorimetria indireta, gasto energético de repouso e a potência aeróbia. RESULTADOS: O gasto energético diário dos obesos foi maior, porém a ingestão alimentar se assemelhou à dos eutróficos. Não foram encontradas diferenças no gasto energético de repouso entre os grupos, porém a potência aeróbia foi maior nos eutróficos. A dieta de ambos os grupos não foi considerada saudável, mas os obesos apresentaram menor consumo de vários alimentos considerados saudáveis, como hortaliças. Observou-se discrepância na análise do gasto energético diário, quando se adotaram diferentes métodos. CONCLUSÕES: Os adolescentes apresentaram padrão alimentar associado ao risco de obesidade e doenças crônicas. Mais estudos são necessários para identificar melhores métodos para avaliar seu gasto energético. É urgente a busca de estratégias de educação nutricional específicas para esse grupo etário.OBJECTIVE: To compare food consumption and energy expenditure between obese and non-obese adolescents. METHODS: This cross-sectional study comprised 23 adolescents recruited from schools and recreation centers from São Paulo (SP, Brazil, distributed in two groups: 11 obese and 12 non-obese. The following variables were analyzed: body weight, height, body mass index, waist circumference, fat and lean mass

  9. Estudo de caso controle para avaliar o impacto do abuso sexual infantil nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Paraventi

    2011-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O objetivo deste estudo foi investigar se antecedente de abuso sexual na infância (ASI está associado com transtornos alimentares na vida adulta. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de caso controle (N = 120 comparando mulheres com transtornos alimentares tratadas em ambulatório universitário especializado com um grupo controle de pacientes de clínica não psiquiátrica (ambulatório de oftalmologia. RESULTADOS: Este estudo encontrou maior prevalência de ASI na anorexia nervosa (AN comparada ao grupo controle (50% versus 14,8%; OR = 5,8 IC 95% = 1,3-25,6; p < 0,05, entretanto não identificou diferença estatística entre os grupos comparando com casos de bulimia nervosa (BN (26,7% versus 27% no grupo controle; OR = 0,99; IC 95% = 0,24-4,1 e com transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP, apesar da maior prevalência de ASI observada neste último em relação ao grupo controle (43,7% versus 27,3%; OR = 2,1 IC 95% = 0,5- 8,1. Considerando-se a presença de dois ou mais episódios de ASI, observou-se também maior prevalência em AN (35,7% versus 3,7% nos controles; OR = 14,4 IC 95% = 1,5-140,8; p < 0,05. CONCLUSÃO: Este estudo mostrou forte associação da anorexia nervosa com antecedentes de abuso sexual na infância.

  10. Alimentação e diabetes mellitus: percepção e consumo alimentar de idosos no interior de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Andressa Gomes Barbosa

    2015-09-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o conhecimento sobre alimentação relacionada ao diabetes e identificar fatores que possam interferir na adesão à terapia nutricional e nas escolhas alimentares de participantes de um Centro de Convivência de Idosos em Sairé-PE. Métodos: Estudo quantitativo, transversal e descritivo com 39 frequentadores do referido centro, de julho a agosto de 2014, portadores ou não de diabetes mellitus. Aplicaram-se dois questionários para avaliar dados socioeconômicos, conhecimento alimentar e fatores culturais, e verificar o consumo de alimentos de alto e baixo índice glicêmico. Os dados foram analisados através do Programa Assistat versão 7.0 beta. Resultados: Observou-se que a maioria possui conhecimentos sobre tipos de alimentos que podem influenciar no tratamento de diabetes mellitus, pois 51,2% (n=20 disseram conhecer algum alimento que pode reduzir os riscos de acometimento ou auxiliar no tratamento do diabetes. A maioria disse ter adquirido esse conhecimento por meio de televisão (35%; n=7 e conversa com conhecidos (35%; n=7. Verificando o consumo alimentar, constatou-se maior consumo de alimentos com alto índice glicêmico. Porém, entre os diabéticos, viu-se que os alimentos de baixo índice glicêmico são consumidos mais vezes por semana. Conclusão: Considerou-se adequado o nível de conhecimento em relação à alimentação e diabetes, mas viu-se que fatores socioeconômicos e culturais podem interferir na adesão à dietoterapia ou nas escolhas alimentares dos indivíduos. Contudo, o consumo alimentar se mostrou mais adequado entre os diabéticos.

  11. CONSUMO ALIMENTAR, PERFIL ANTROPOMÉTRICO E CONHECIMENTOS EM NUTRIÇÃO DE CORREDORES DE RUA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Roriz Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available Introdução A nutrição esportiva e a composição corporal são fatores importantes para o desempenho de atividades esportivas. A corrida de rua se popularizou no mundo, especialmente na última década. Os corredores de rua devem consumir uma dieta nutricionalmente adequada e ter conhecimento sobre nutrição para manter um perfil nutricional adequado. Objetivo Avaliar a adequação dietética, o perfil antropométrico e os conhecimentos em nutrição de corredores de rua. Métodos Os corredores adultos de ambos os gêneros (n = 51 foram entrevistados sobre conhecimentos em nutrição, por meio de um questionário padronizado modificado. A avaliação do consumo alimentar foi feita com a aplicação de dois recordatórios de 24 horas em dias não consecutivos e com a análise da adequação de macronutrientes, micronutrientes e fibra alimentar. A avaliação antropométrica foi realizada por meio do índice de massa corporal e percentual de gordura. Resultados A maioria dos corredores de rua do gênero masculino teve um percentual de gordura adequado e foi constatada magreza para cerca de 30% de homens e mulheres. As inadequações dietéticas de ma-cronutrientes caracterizaram-se por consumo insuficiente de carboidratos (59,6% de indivíduos e ingestão elevada de proteínas (32,7%. Fibra, cálcio, tiamina, riboflavina e niacina foram consumidas abaixo dos níveis recomendados, principalmente entre os homens. O conhecimento em nutrição foi associado à adequação da ingestão de micronutrientes. As mulheres tiveram melhor nível de conhecimento básico em nutrição e maior prevalência de ingestão adequada. Conclusão Apesar dos corredores de rua demonstrarem alto nível de conhecimento básico em nutrição e adequado perfil antropométrico, a maioria teve hábitos alimentares e nutrição inadequados ao desempenho esportivo.

  12. Comer juntos: da estratégia transmídia ao consumo alimentar midiatizado = Eating together: from transmedia strategy to mediatized food consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza, Lívia Silva de

    2015-01-01

    No contexto da sociedade midiatizada, as práticas do consumo alimentar se veem cada vez mais infuenciadas pela mídia enquanto instituição social com papel cada vez mais central frente a outras instituições, a exemplo da família. O presente artigo tem por objeto a estratégia transmídia da marca Coca-Cola que leva às telenovelas da Rede Globo e a um hotsite no portal Gshow suas representações de rituais de consumo alimentar em família, sob o slogan “Comer juntos alimenta a felicidade”. São observados aspectos da estratégia transmídia que reforçam o caráter cada vez mais central da mídia não só na representação de rituais de consumo, mas na própria constituição destes rituais do consumo alimentar midiatizado, particularmente nas telenovelas brasileiras

  13. Consumo alimentar de população adulta residente em área rural da cidade de Ibatiba (ES, Brasil) Consumption to feed of resident adult population in rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil)

    OpenAIRE

    2011-01-01

    Trata-se de um estudo transversal no qual foi aplicado um questionário de frequência alimentar (QFCA) em 150 adultos residentes em área rural da cidade de Ibatiba (ES). O QFCA classificou o consumo alimentar como: habitual (> 4 vezes na semana), não habitual ( 4 times in the week), not habitual (

  14. Avaliação dos marcadores de consumo alimentar do VIGITEL (2007-2009 Evaluation of food intake markers in the Brazilian surveillance system for chronic diseases - VIGITEL (2007-2009

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda de Moura Souza

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as questões marcadoras de consumo alimentar do Sistema Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico e sua evolução temporal. MÉTODOS: Foram avaliados 135.249 indivíduos de 27 cidades brasileiras, entrevistados nos anos de 2007 - 2009. Os marcadores de consumo alimentar foram descritos a partir da frequência de consumo de frutas, hortaliças, feijão, leite integral e desnatado, refrigerante normal e diet/light, e consumo de gordura aparente das carnes e a pele do frango. Avaliou-se a evolução temporal desses marcadores e, adicionalmente, testou-se a elaboração de um escore de alimentação saudável e a identificação de padrões alimentares por meio da análise de cluster. RESULTADOS: Observou-se aumento estatisticamente significativo nas frequências de consumo de feijão, leite integral e refrigerante normal e diminuição no consumo de leite desnatado. Mesmo com aumento de 11 para 13% de indivíduos que referiram consumir feijão diariamente, esses percentuais são baixos; assim como o consumo recomendado de 3 porções de frutas e 3 porções de hortaliças por dia, que foi referido por menos de 15% da população em todos os anos, com queda de 5 para 3% para as hortaliças. O refrigerante não diet foi o item com maior aumento no consumo, passando de 60 para 67%. Os itens avaliados apresentaram fraca correlação e não configuram um constructo único de alimentação saudável. CONCLUSÃO: A qualidade da dieta dos brasileiros tem piorado e é necessária melhor qualificação dos marcadores alimentares considerados de risco para doenças crônicas não-transmissíveis.OBJECTIVE: To evaluate markers of food intake of the telephone-based risk factor surveillance system for chronic diseases (VIGITEL and the trend of these markers. METHODS: A total of 135,249 subjects from 27 Brazilian cities interviewed in the 2007 - 2009 surveys were evaluated. Eating habits

  15. Consumo alimentar, estado nutricional e nível de atividade física em comunidade universitária brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Erika da Silva Maciel

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo avaliar a variabilidade e a frequência do consumo alimentar, o estado nutricional e o nível de atividade física em uma comunidade universitária brasileira. MÉTODOS: A amostra constitui-se de 303 voluntários (130 homens e 173 mulheres pertencentes à comunidade universitária do interior de São Paulo e avaliada por meio da disponibilização pela Internet do Questionário de Frequência Alimentar do International Physical Activity Questionaire e por meio da coleta da descrição autorreferida do peso e da altura. Foi realizada análise descritiva dos dados, análise de frequência alimentar e teste do coeficiente de correlação de Spearman. RESULTADOS: Foram observados inadequação dos hábitos alimentares, sobrepeso e obesidade na amostra estudada. As correlações entre os grupos alimentares apresentaram valores de magnitude maiores no grupo de mulheres que se alimentam de forma mais adequada do que os homens, mas não foram observadas diferenças entre os sexos no nível de atividade física. Não houve correlação significativa entre grupos de alimentos consumidos, índice de massa corporal e nível de atividade física em ambos os sexos. CONCLUSÃO: A comunidade universitária estudada apresentou baixo consumo de frutas, legumes e verduras, bem como consumo insuficiente de alimentos do grupo de cereais e leguminosas.

  16. Consumo de fibras alimentares em população adulta Dietary fiber consumption in an adult population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Leal de Mattos

    2000-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: As fibras alimentares estão entre os principais fatores da alimentação na prevenção de doenças crônicas. Por isso, objetivou-se estimar o consumo médio diário de fibras alimentares totais, insolúveis e solúveis, nas refeições de uma população de área metropolitana. MÉTODOS: Foi estudada uma amostra da população do Município de Cotia, SP, composta por 559 indivíduos com mais de 20 anos. O consumo alimentar foi obtido pelo método de história alimentar - dieta habitual. Foram identificadas as fontes de fibras nas refeições: desjejum, almoço e jantar. Com base na porção média, os alimentos foram classificados quanto ao conteúdo de fibras como: muito alto (7 g ou mais; alto (4,5 g a 6,9 g; moderado (2,4 g a 4,4 g e baixo (OBJECTIVE: The dietary fiber has emerged as a leading dietary factor in the prevention and treatment of chronic diseases. I was estimated the average consumption of total dietary fiber (DF, insoluble fiber (IF and soluble fiber (SF in the meals of both sex adults from the town of Cotia, a metropolitan area in S. Paulo State, Brazil. METHODS: A population sample of Cotia country, S. Paulo (Brazil, consisted of 559 adults older than 20 years old, was studied. Food consumption was assessed by the dietary history habits. The amount of dietary fiber in each meal (breakfast, lunch and diner was estimated by the serving size. The foods were classified according to their fiber content in Very High (7 g or more, High (4.5 to 6.9, Moderate (2.4 to 4.4 and Low (<2.4. RESULTS: The average population's consumption of dietary fiber was of 24 g/day, with an average consumption of insoluble fiber of 17 g/day and soluble of 7 g/day. Among women, the average consumption was 20 g/day and among men 29 g/day (p<0.01. Most of the foods in their diet were classified as having a low content of dietary fiber. Beans were the most important dietary fiber source in the population diet. Lunch and diner were the meal with

  17. Modernidade alimentar e consumo de alimentos: contribuições sócio-antropológicas para a pesquisa em nutrição Dietary modernity and food consumption: socio-anthropological contributions to research in nutrition

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Brasil Fonseca

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho buscou apresentar o que a modernidade alimentar representa para a sociologia e a antropologia, questão que é discutida a partir de revisão bibliográfica. Considera-se inicialmente a presença do tema alimentação nos estudos das ciências sociais, enfocando-se as abordagens relacionadas à modernidade alimentar, especialmente o trabalho de Claude Fischler. Privilegiou-se o registro das questões relacionadas à alimentação e às mudanças no mundo do trabalho, ampliação do comércio, feminização da sociedade e a questão das identidades. Ao compreender o fenômeno alimentar e o seu consumo em uma abordagem mais qualitativa pode-se avançar na construção das ciências nutricionais, privilegiando-se uma abordagem compreensiva sobre o alimento e a alimentação nos dias atuais. Como recomendação os estudos atuais devem se dedicar à investigação do consumo alimentar como um fenômeno social para que se agreguem novos componentes analíticos ao conjunto de resultados com o enfoque biomédico.The scope of this work was to illustrate what dietary modernity represents for sociology and anthropology, which is a subject based on a bibliographic review that is discussed in this article. Initially, the presence of the theme of food and nutrition was assessed in studies in the social sciences, by focusing on the approaches related to dietary modernity, especially as found in the works of Claude Fischler. The main subjects of discussion were related to food and nutrition and changes in the work environment, the expansion of commerce, the feminization of society and the question of identity. By understanding the food phenomenon and consumption thereof using a more qualitative approach, it is possible to make progress in configuring the nutritional sciences, adopting a comprehensive approach to food and nutrition in this day and age. Future studies should be dedicated to investigating food consumption as a social phenomenon in

  18. Consumo alimentar de mulheres sobreviventes de câncer de mama: análise em dois períodos de tempo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Alves de Carvalho Sampaio

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o consumo alimentar de dois grupos de mulheres portadoras de câncer de mama atendidas em dois períodos distintos: 1999-2004 e 2005-2009. MÉTODOS: Estudo documental, com abordagem descritiva e comparativa. Foram coletados dados de identificação e de ingestão alimentar nas fichas de 154 pacientes portadoras de câncer de mama atendidas em serviços de referência de Fortaleza (CE: 66 no período de 1999-2004 e 88 no de 2005-2009. Foram considerados como integrantes do hábito os alimentos consumidos pelo menos quinzenalmente por, no mínimo, 50% das pessoas. Calculou-se a prevalência de consumo de alimentos, sendo os padrões dos dois períodos comparados pela aplicação dos testes Quiquadrado ou exato de Fisher, e adotouse p<0,05 como nível de significância. RESULTADOS: Os hábitos alimentares dos dois grupos foram semelhantes, exceto quanto ao maior consumo de leite e de cenoura e menor consumo de manga e caju, além de uma tendência ao aumento no consumo de óleo de soja, observada no grupo atendido mais recentemente. O aumento de leite e de cenoura pode configurar proteção contra a recidiva da doença, mas a redução do consumo das frutas citadas pode significar maior risco: aliás, foram baixas as prevalências de consumo de frutas e hortaliças pelos dois grupos de mulheres. CONCLUSÃO: Os achados apontam para uma lacuna na abordagem educativa das pacientes tanto no passado como na atualidade, o que comprova a necessidade de incentivar maior consumo e variedade de hortaliças e frutas e menor consumo de cereais refinados, gorduras, açúcar e refrigerantes.

  19. Consumo alimentar de risco e proteção para as doenças crônicas não transmissíveis e sua associação com a gordura corporal: um estudo com funcionários da área de saúde de uma universidade pública de Recife (PE, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edynara Cristiane de Castro Azevedo

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste artigo é avaliar o consumo de alimentos de risco e proteção para as doenças crônicas não transmissíveis e sua associação com a gordura corporal por funcionários da área de saúde de uma universidade pública da cidade de Recife, em Pernambuco. Estudo transversal, envolvendo 267 adultos. Foram constituídos 2 grupos de alimentos: Risco e proteção. O consumo alimentar foi avaliado por um questionário de frequência alimentar com mensuração convertida em escores. O modelo conceitual considerou variáveis sociodemográficas, comportamentais e antropométricas. Foi evidenciada uma elevada prevalência de excesso de peso e do baixo consumo de alimentos protetores. As medianas dos escores de consumo de alimentos de risco e proteção foram similares em todas as variáveis analisadas, exceto por um maior consumo de alimentos protetores observado nos indivíduos obesos (p = 0,000. O estudo aponta para a complexidade envolvida na relação entre consumo alimentar, gordura corporal e doenças crônicas não transmissíveis, indicando a necessidade de novos estudos com delineamentos mais apropriados, fornecendo subsídios para futuras intervenções nesta população.

  20. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p < 0,01. CONCLUSÕES: Houve redução no consumo de alimentos marcadores de dieta saudável (feijão, carnes/peixes, frutas, legumes e verduras e de alimentos de alta densidade energética e baixo valor nutricional (refrigerantes, guloseimas e pizza/batatas fritas. Também houve decréscimo da proporção de escolares que relataram deslocamento ativo para a escola.

  1. Consumo alimentar de crianças e adolescentes com disfagia decorrente de estenose de esôfago: avaliação com base na pirâmide alimentar brasileira

    OpenAIRE

    Marciano, Renata [UNIFESP; Speridião,Patrícia da Graça Leite; Kawakami, Elisabete [UNIFESP

    2011-01-01

    OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de pacientes com disfagia decorrente de estenose de esôfago, comparando a dieta de consistência líquida com a dieta de consistência pastosa e sólida, com base na Pirâmide Alimentar Brasileira. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, no qual foram incluídos consecutivamente 31 pacientes com estenose esofágica, sendo 18 (58,0%) cáustica, 7 (22,6%) pós-cirúrgica, 3 (9,7%) péptica e 3 (9,7%) sem causa definida. Empregou-se o recordatório de 24 horas; os aliment...

  2. Listas de alimentos relacionadas ao consumo alimentar de um grupo de idosos: análises e perspectivas Food lists from the diet of a group of elderly individuals: analysis and perspectives

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica M de Pina Freitas

    2011-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A despeito do aumento expressivo da população idosa nos últimos anos, são escassos os estudos brasileiros relacionados ao consumo alimentar desses indivíduos. OBJETIVOS: Propor uma lista de alimentos mais consumidos por idosos residentes na Zona Leste de São Paulo e analisar os alimentos que contribuem para o consumo de nutrientes relevantes ao estado nutricional e, consequentemente, à saúde dos idosos. MÉTODOS: Foram avaliados 100 indivíduos acima de 60 anos, frequentadores de um centro de referência. Para caracterização do estado nutricional foi calculado o Índice de Massa Corporal (IMC. Para elaboração das listas de alimentos foram aplicados dois recordatórios alimentares de 24 horas (RA24h em duas estações diferentes do ano, que foram analisados quanto à frequência de consumo de cada alimento e quanto à contribuição percentual de energia, macronutrientes, fibras, cálcio e vitamina D. RESULTADOS: Com relação ao estado nutricional, 52% apresentaram o IMC 35 kg/m². O aspecto positivo da dieta foi a preservação de hábitos saudáveis como o consumo de arroz e feijão, e também de vegetais verde-escuros. Como aspecto negativo observou-se que a dieta dos idosos é monótona, pois poucos alimentos contribuem para o consumo de vários nutrientes. Além disso, houve um elevado consumo de carboidratos refinados em detrimento do consumo de alimentos integrais. CONCLUSÕES: As listas de alimentos obtidas, além de permitirem a reflexão sobre intervenções educativas, permitem o desenvolvimento subsequente de um Questionário de Frequência Alimentar específico para esse grupo.BACKGROUND: Despite the phenomena of population aging, Brazilian studies related to the feeding practices of elderly individuals are scarce. AIMS: To develop a list of the most ingested foods from community-dwelling elderly persons in the east-zone of São Paulo- Brazil and to analyse the foods that contribute most to relevant health

  3. Reprodutibilidade de questões acerca da percepção do ambiente alimentar e acerca do consumo de frutas e hortaliças entre gestantes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Cristina Candelas Zuccoloto

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a reprodutibilidade de um questionário a respeito da percepção do ambiente alimentar e acerca do consumo de frutas e hortaliças em gestantes. MÉTODOS: O estudo foi realizado em 2010 e conduzido com 48 gestantes usuárias do serviço público de saúde de Ribeirão Preto, São Paulo. O questionário é composto por 11 questões de múltipla escolha que incluem a percepção do ambiente alimentar para o consumo de frutas e hortaliças. Para verificação da reprodutibilidade, o questionário foi aplicado em duplicata, com intervalo entre 15 e 45 dias. RESULTADOS: A concordância entre as respostas foi avaliada por meio do teste de Kappa ponderado ou Kappa. Verificou-se concordância forte (Kappa entre 0,6 e 0,79 para: número de refeições ao dia, hábito de se alimentar no local de trabalho, distância entre a residência e local de aquisição de frutas, verduras e legumes e qualidade de frutas, verduras e legumes no local de aquisição. Concordância moderada (Kappa entre 0,4 e 0,59: hábito de se alimentar fora do domicílio, em restaurantes do tipo "self-service" ou "por quilo", em lanchonetes, se adquire alimentos em mercearias, lojas de conveniência ou padaria, motivo da escolha do local para aquisição de frutas, verduras e legumes e variedade de frutas, verduras e legumes. CONCLUSÃO: O questionário sobre a percepção do ambiente alimentar e para o consumo de frutas, verduras e legumes apresentou boa precisão entre gestantes.

  4. Relação entre consumo alimentar e renda familiar na cidade de Iguape, S. Paulo (Brasil Food consumption related to income in Iguape, State of S. Paulo (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1977-03-01

    Full Text Available Estuda-se o consumo alimentar de uma amostra da população da localidade de Iguape, Estado de São Paulo, Brasil, relacionando-o com as variáveis renda e dieta equilibrada. Foi elaborada uma "Dieta Padrão", de custo mínimo, que atendesse às recomendações nutricionais, aos hábitos alimentares e à disponibilidade local de alimentos. Para conhecer a possibilidade que teriam as famílias estudadas de consumirem alimentação equilibrada, foram estabelecidos cinco níveis de renda, segundo a proporção da renda familiar anual que necessitaria ser gasta para a aquisição de uma dieta equivalente à "Dieta Padrão". A análise dos dados evidencia que o consumo médio per capita de calorias e proteínas da população estudada como um todo foi satisfatório, enquanto que o de vitamina A, tiamina, riboflavina, vitamina C e de cálcio foi insatisfatório. Quando se analisou o consumo de calorias, em relação aos cinco níveis de renda, o valor calórico total da dieta foi insatisfatório nos níveis mais baixos. Constatou-se inadequação de consumo calórico e protéico, respectivamente, em 10 a 20% das famílias estudadas, cujas rendas seriam compatíveis com aporte suficiente de calorias e proteínas.The present paper is a study of food consumption related to income and balanced diet as variables in a sample of the population of Iguape, State of São Paulo, Brazil. A theoretical "Standard Diet" was established respecting nutritional recommendations, feeding habits and local food availability. In order to know the possibility the families under study, would have of buying food which would make up the "Standard Diet" five levels of income were established based on the proportion of the annual family income that should be alloted to expenditure with food. The data revealed that the overall average "per capita" consumption was satisfactory regarding calories and proteins but unsatisfactory regardind vitamin A, thiamine, riboflavine, vitamin C

  5. Caracterização dos estudos de avaliação do consumo alimentar de pré-escolares

    OpenAIRE

    Falcão-Gomes,Renata Couto; Coelho,Andréa Araciaba Soares; Schmitz,Bethsáida de Abreu Soares

    2006-01-01

    Os estudos dietéticos fornecem elementos elucidativos que contribuem para a compreensão da dinâmica e determinação dos diversos agravos nutricionais que atingem a população infantil. As investigações do consumo alimentar de crianças pequenas utilizam os mesmos métodos de inquéritos empregados nas demais faixas etárias, diferenciando-se pela necessidade de um respondente, geralmente um dos pais ou o cuidador da criança. O objetivo do trabalho foi identificar os principais métodos de avaliação ...

  6. Consumo de alimentos dos grupos que compõem a pirâmide alimentar americana por idosos brasileiros: uma revisão = Food intake of the groups part of the American food pyramid by Brazilian elderly: a review

    OpenAIRE

    Deon, Rúbia Garcia

    2015-01-01

    Introdução: A pirâmide alimentar adaptada para a população idosa americana é um guia alimentar que destaca a importância da alimentação equilibrada para o envelhecimento bem sucedido Objetivo: Apresentar uma revisão literária sobre as evidências do consumo de alimentos dos grupos que compõem a pirâmide alimentar americana por idosos brasileiros Materiais e M étodos: Foram incluídos artigos científicos (identificados no LILACS e Medline/PubMed), dissertações e teses (identificadas no por...

  7. Estado nutricional, consumo alimentar e risco cardiovascular: um estudo em universitários Nutritional status, food consumption and cardiovascular risk: a study on university students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a proporção de fatores de risco para doenças cardiovasculares, dando ênfase aos fatores nutricionais, em alunos da área de saúde de uma universidade pública do Recife. MÉTODOS: Foram avaliados 250 estudantes por um questionário que abordou aspectos biossociais, dados sobre estilo de vida, história familiar para doenças cardiovasculares, variáveis antropométricas e consumo alimentar, avaliado pelo Recordatório de 24horas. RESULTADOS: Foi encontrada a seguinte freqüência para os fatores de risco analisados: tabagismo (2,8%, sedentarismo (41,7%, excesso de peso (35,5% e 5,3% nos sexos masculino e feminino, respectivamente pOBJECTIVE: This study aimed to describe the proportion of risk factors for cardiovascular diseases, emphasizing nutritional factors, among health students from a public university in Recife, Brazil. METHODS: Two hundred and fifty students were assessed through a questionnaire that addressed biosocial aspects, lifestyle data, family history for cardiovascular diseases, anthropometric variables and food consumption determined by the 24-hour recall. RESULTS: The following rates were found for the assessed risk factors: smoking (2.8%, inactivity (41.7%, overweight (35.5% among men and 5.3% among women, p<0,01, family history of hypertension (35.5%, diabetes (11.3%, obesity (20.2% and death of close relatives before age 50 due to cardiovascular diseases (14.8%. Regarding food consumption, a high percentage of individuals had inappropriate energy intake and a low percentage had inappropriate protein and carbohydrate intakes. Regarding the fat profile of the diet, more than 40.0% of the students consumed more cholesterol than the recommended levels and 17.9% of the men and 44.8% of the women consumed high amounts of saturated fat (p<0.01. The consumption of linoleic acid and monounsaturated and polyunsaturated fatty acids was inadequate in more than 95% of the individuals under study. CONCLUSION: The

  8. Consumo de fibra alimentar e de macronutrientes por crianças com constipação crônica funcional Fiber and nutrients intake in constipated children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosane C. Gomes

    2003-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar o consumo de fibra alimentar e de macronutrientes por crianças com constipação crônica funcional atendidas em ambulatório especializado. CASUÍSTICA E MÉTODOS: O estudo caso-controle foi desenvolvido no Hospital de Pediatria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil. Foram analisadas 54 crianças na faixa etária de 2 a 12 anos com constipação crônica funcional, pareadas por sexo e faixa etária com 50 crianças sem constipação (grupo-controle. A avaliação do consumo alimentar foi feita através do registro alimentar de 3 dias e a análise e adequação das dietas foram realizadas por programa informatizado. RESULTADOS: Em 59,3% dos casos a constipação teve início nos dois primeiros anos de vida. Não houve diferença quanto ao sexo no grupo com constipação, nem associação entre constipação e desnutrição nas crianças estudadas. A quantidade de alimentos ingerida por crianças com constipação foi menor quando comparada à do grupo-controle. O consumo médio diário de energia, proteínas, carboidratos e lipídios foi significativamente menor no grupo de crianças com constipação, assim como os percentuais de adequação calórica e protéica. A ingestão média de fibra alimentar total (g/dia foi estatisticamente menor no grupo com constipação (6,9 + 3,4 do que no grupo controle (8,6 + 4,2. A proporção de crianças consumindo menos fibra alimentar em relação ao mínimo recomendado pela Fundação Americana de Saúde (idade + 5 g foi maior no grupo com constipação (83,3% do que no grupo controle (66,0%. A odds ratio foi igual a 2,6. CONCLUSÕES: Houve menor consumo de fibra alimentar, de energia, proteínas, carboidratos e lipídios por crianças com constipação, assim como menor percentual de adequação calórica e protéica. O baixo consumo de fibra alimentar foi considerado como fator de risco para o desenvolvimento de constipação crônica funcional

  9. Subnotificação da ingestão energética na avaliação do consumo alimentar Underreporting of energy intake in dietary assessment methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Baeza Scagliusi

    2003-12-01

    Full Text Available Informações válidas sobre o consumo de energia e nutrientes são um pré-requisito em muitas pesquisas de nutrição humana, principalmente nos estudos epidemiológicos sobre dieta e saúde. Até o advento da água duplamente marcada, não era possível validar as avaliações do consumo energético de forma externa e independente. Este marcador demonstrou a existência de significativa subnotificação da ingestão energética. Esta pesquisa objetiva discutir os principais aspectos relacionados a tal fenômeno: prevalência, determinantes, especificidade de nutrientes e formas de controle. O sub-relato parece estar associado à obesidade e a características psicossociais, como a restrição dietética e o desejo de ajuste social. Todos os métodos de avaliação do consumo possuem erros inerentes, sendo portanto suscetíveis à sub ou superestimação (menos comum. O sub-relato demonstra atingir predominantemente alimentos específicos, ricos em lipídeos e carboidratos, o que insere grande viés nas inferências baseadas em levantamentos do consumo alimentar. Este artigo também discute como controlar tal erro e recomenda que as estimativas do consumo energético sejam confrontadas com o gasto energético, a fim de detectar a subnotificação.Valid data on energy and nutrient consumption are necessary in human nutrition research, mainly in epidemiologic studies concerning diet and health. Until the advent of doubly labeled water, it was not possible to validate dietary assessment methods using an independent procedure and this marker showed an important underreporting of energy intake. This paper aims to discuss the major aspects related to this phenomenon: prevalence, determinants, nutrient specificity and attenuation. Underreporting seems to be associated with obesity and with psychological and social factors, such as dietary restraint and social desirability. Error in the dietary assessments may lead to under- or over-estimation (less

  10. Consumo de alimentos dos grupos que compõem a pirâmide alimentar americana por idosos brasileiros: uma revisão = Food intake of the groups part of the American food pyramid by Brazilian elderly: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deon, Rúbia Garcia

    2015-01-01

    Conclusão: As evidências apontam que o consumo, por idosos brasileiros, dos alimentos integrantes dos grupos da pirâmide alimentar adaptada para a população idosa americana, em geral, não está adequado

  11. Consumo alimentar entre crianças brasileiras com idade de 6 a 59 meses Food consumption Brazilian children by 6 to 59 months of age

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Ane Bortolini

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar o consumo alimentar em crianças brasileiras de 6-59 meses de idade, por região e zona de residência. Trata-se de estudo descritivo transversal com 4.322 crianças investigadas na Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (2006/2007. Observou-se baixo consumo diário de verduras (12,7%, legumes (21,8%, carnes (24,6% e elevado consumo de refrigerantes (40,5%, alimentos fritos (39,4%, salgadinhos (39,4%, doces (37,8%, na frequência de uma a três vezes na semana. Comparando-se as regiões, as crianças residentes no Sul, Sudeste e Centro-oeste consumiram com mais frequência arroz, pão, batata, feijão, verdura de folha, legumes e carne, mas também consumiram, mais frequentemente, alimentos não recomendados para a idade, como doces e refrigerantes. Crianças da zona rural apresentaram menor consumo dos alimentos recomendados para a idade e, também, dos não recomendados, quando comparadas às crianças da zona urbana. O consumo alimentar evidenciado neste estudo não está de acordo com recomendações de alimentação saudável para crianças.The aim of this study was to assess food consumption in Brazilian children 6 to 59 months of age by region of the country and area of residence. This was a descriptive cross-sectional study of 4,322 children in the National Demographic and Health Survey (2006-2007. The data showed low daily consumption of leafy vegetables (12.7%, vegetables (21.8%, and meat (24.6% and high consumption (1-3 times a week of soft drinks (40.5%, fried foods (39.4%, salty snacks (39.4%, and sweets (37.8%. Comparing the regions of Brazil, children in the South, Southeast, and Central-West consumed more rice, bread, potatoes, beans, greens, vegetables, and meat, but they also ate more foods not recommended for their age, like sweets and soft drinks (soda. Rural children showed lower consumption of foods recommended for their age and also those not recommended for their age, as compared to their urban

  12. Uso de suplementos alimentares por adolescentes

    OpenAIRE

    Alves,Crésio; Lima,Renata Villas Boas

    2009-01-01

    OBJETIVO: Revisar crititcamente o uso, benefícios e efeitos adversos dos principais suplementos alimentares utilizados por adolescentes. FONTES DOS DADOS: A pesquisa bibliográfica, realizada nos últimos 10 anos, utilizou os bancos de dados MEDLINE e LILACS. Foram examinados 377 artigos, sendo selecionados 52. SÍNTESE DOS DADOS: O consumo de suplementos dietéticos é amplamente difundido entre adolescentes. Tal fato é constatado, com frequência, nos consultórios de pediatria e hebeatria. Na mai...

  13. Uso do método Grade of Membership na identificação de perfis de consumo e comportamento alimentar de adolescentes do Rio de Janeiro, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia de Oliveira Cardoso

    2011-02-01

    Full Text Available Com objetivo de identificar perfis de consumo e de comportamentos alimentares e descrever suas prevalências, aplicou-se o método Grade of Membership em dados de um inquérito sobre fatores de risco à saúde de adolescentes do ensino fundamental da cidade do Rio de Janeiro, Brasil (N = 1.632. Foram gerados quatro perfis: perfil "A" (12,1%, caracterizado pelo consumo frequente de todos os alimentos marcadores de dieta saudável, menos frequente dos alimentos não saudáveis e pela presença de comportamentos alimentares saudáveis; perfil "B" (45,8%, marcado pelo hábito de realizar o desjejum e três refeições/dia, consumo menos frequente de legumes e frutas e de cinco dos marcadores de alimentação não saudável; perfil "C" (22,8%, ausência de comportamentos alimentares saudáveis e pelo consumo menos frequente de legumes, frutas, leite, embutidos, biscoitos e refrigerantes; e perfil "D", caracterizado pelo consumo frequente de todos os alimentos não saudáveis e menos frequente de legumes e frutas. Os resultados apontam para a necessidade de promoção da alimentação saudável nesta população.

  14. PORCIONAMENTO, CONSUMO E DESPERDÍCIO EM UM RESTAURANTE ESCOLAR

    OpenAIRE

    Telma de Oliveira; Nathália Bernardo Faquim; Mônica Glória Neumann Spinelli

    2012-01-01

    A qualidade e quantidade dos alimentos ingeridos pela criança são essenciais, nos primeiros anos de vida, e acarretam repercussões nas práticas alimentares, ao longo desta. O objetivo deste estudo foi avaliar, durante cinco dias, o porcionamento de alimentos, o consumo médio e o desperdício, em um restaurante de unidade escolar particular do município de São Paulo, com crianças de 5 a 6 anos, em  2011. O consumo alimentar variou entre 120,8 e 243,7g, a porcentagem de sobras de saladas entre 3...

  15. Comportamentos na adolescência: hábitos alimentares, atividade física e consumo de substâncias psicoativas

    OpenAIRE

    Carvalho, Carmen Manuela da Silva

    2014-01-01

    Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física, nos Ensinos Básico e Secundário Ao longo do seu desenvolvimento os jovens experimentam muitas mudanças de comportamento, algumas prejudiciais à sua saúde e que geralmente atinge o auge no decorrer da adolescência. Neste sentido, o objetivo principal deste estudo é a caraterização dos comportamentos e estilos de vida adotados pelos adolescentes. Como objetivos específicos, analisar as práticas alimentares, identificar os níveis de prátic...

  16. Perfectionism in obsessive-compulsive and eating disorders Perfeccionismo no transtorno obsessivo-compulsivo e nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berta Rodrigues Maia

    2009-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The main aims of this article are twofold. First, to assess perfectionism dimensions in obsessive-compulsive disorder and eating disorders in comparison with psychiatric control (depression/anxiety and non-clinical control groups. Second, to examine if perfectionism is specifically related to these different clinical conditions. METHOD: Thirty-nine outpatients with obsessive-compulsive disorder, 24 outpatients with eating disorders, 65 outpatients with a diagnosis of depression and/or anxiety, and 70 non-clinical participants completed the Portuguese version of the Multidimensional Perfectionism Scale. RESULTS: Compared to non-clinical subjects, individuals of all clinical samples had significantly higher scores on Multidimensional Perfectionism Scale total score, Self-Oriented and Socially-Prescribed Perfectionism. There were no significantly differences in Self-Oriented Perfectionism and Multidimensional Perfectionism Scale total score in all the three clinical samples. Subjects from the eating disorders sample had significantly higher scores of Socially-Prescribed Perfectionism in comparison to obsessive-compulsive disorder and psychiatric control samples. CONCLUSION: Perfectionism showed to be related with this broad range of psychopathologies. However, the differences between eating disorders versus obsessive-compulsive disorder and psychiatric control on Socially-Prescribed Perfectionism warrant further investigation in order to clarify the specificity of this perfectionism dimension in eating disorders.OBJETIVO: Este estudo tem dois objetivos principais. Primeiro, avaliar as dimensões do perfeccionismo no transtorno obsessivo-compulsivo e nos transtornos alimentares em comparação com duas amostras controle: psiquiátrica (depressão/ansiedade e não clínica. Segundo, avaliar se o perfeccionismo é um traço de personalidade especificamente relacionado com estas diferentes condições clínicas. MÉTODO: 39 pacientes com

  17. Fatores associados ao padrão de consumo alimentar da população brasileira urbana Factors associated with dietary patterns in the urban Brazilian population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Sichieri

    2003-01-01

    Full Text Available Avaliou-se os fatores que explicariam diferentes padrões de consumo alimentar da população urbana brasileira, com base na Pesquisa sobre Padrões de Vida, realizada no Nordeste e no Sudeste em 1996-1997. Foram incluídos os dados de consumo familiar (últimos 14 dias a partir de uma listagem com 28 alimentos de 5.121 adultos na faixa etária de 20 a 50 anos, após exclusão das gestantes, das lactantes e das pessoas que referiram problema de saúde crônico. Os padrões de consumo alimentar foram definidos pela análise de componentes principais, onde o valor de carga de uma determinada variável (alimento é proporcional à sua contribuição para o fator (padrão de consumo em questão, com a carga negativa indicando que a variável está inversamente associada com o fator, enquanto a positiva indica uma associação direta. A Região Nordeste comparada à Região Sudeste associou-se negativamente a um padrão misto, quando todos os alimentos foram igualmente importantes. O índice de massa corporal associou-se positivamente ao padrão misto, e praticar atividade física e ser negro associou-se negativamente a este padrão. Escolaridade e renda foram as variáveis que mais explicaram o consumo alimentar, mas mesmo ajustando por elas, a região de residência foi o terceiro maior componente explicativo.This study evaluated factors associated with dietary patterns in the Brazilian population based on the Living Standards Survey conducted in the Northeast and Southeast regions of the country. Multi-stage probability sampling was employed to select the households, and for the present analysis 5,121 adults aged 20 to 50 years were included. Pregnant women and individuals reporting chronic health conditions were excluded. Through principal component analysis, two major family dietary patterns were identified: a mixed pattern, in which all groups and foods have approximately the same factor loading, and a second pattern based main1y on rice and

  18. Efeito da restrição alimentar como redutor do poder poluente dos dejetos de suínos Feed restriction as an alternative to reduce environmental impact of swine waste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simara Márcia Marcato

    2005-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da restrição alimentar sobre a excreção de minerais nas fezes de suínos, foram utilizados 48 machos castrados com peso inicial de 41,92 ± 0,21kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, com três tratamentos (T1=alimentação à vontade; T2=95% do consumo diário apresentado por T1; e T3=90% do consumo diário apresentado por T1 e 16 repetições. Os animais permaneceram durante 21 dias em adaptação aos tratamentos em baias coletivas e gaiolas de estudos metabólicos. As coletas de urina e fezes foram realizadas durante dois dias, utilizando-se 20 g de partículas de plástico colorido como marcador fecal. Houve redução de 8,54% no consumo diário de ração dos animais do T3, acarretando em decréscimo em torno de 9,65% excreção de matéria mineral nas fezes, quando comparado com o consumo ad libitum (T1. Todos os macrominerais, com exceção do magnésio, sofreram redução significativa no conteúdo fecal com o aumento da restrição alimentar. Os teores de cálcio e potássio das fezes representaram cerca de 29% da matéria mineral excretada pelas fezes dos animais e foram reduzidos significativamente com o emprego da restrição alimentar. Para todos os microminerais, as relações entre as quantidades excretadas e as quantidades consumidas foram iguais ou superiores a 86,60%, indicando que os animais apresentaram baixa eficiência de retenção desses nutrientes. Concluiu-se que a restrição alimentar de suínos em fase de terminação acarreta redução da quantidade de matéria seca e da maioria dos minerais excretados.With the objective to evaluate the effect of feed restriction on fecal mineral content of finishing swine, forty-eight barrows, with initial weight of 41.92 ± 0.27 kg were assigned to a randomized experimental block design. Treatments were: T1=ad libitum feeding; T2=95% T1 feed intake; and T3 = 90% T1 feed intake and 16 replications. Animals were kept during 21

  19. Hábitos alimentares e comportamento de consumo infantil: influência da renda familiar e do hábito de assistir à televisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Mello Rodrigues

    2012-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar hábitos alimentares e comportamento de consumo de crianças de diferentes níveis de renda familiar de Florianópolis (SC, Brasil, relacionando-os com o hábito de assistir à televisão. MÉTODOS: Estudo qualitativo com análise de conteúdo de manuscritos originados de 23 grupos focais, realizados em uma escola pública e uma escola particular de Florianópolis (SC, compostos por 111 estudantes de 7 a 10 anos. Para verificar a renda familiar dos estudantes, dados sobre a ocupação dos pais foram classificados pela Classificação Brasileira de Ocupações. Os estudantes da escola particular pertenciam a famílias de maior renda em relação aos da escola pública. RESULTADOS: Nas duas escolas, a maioria das crianças entrevistadas referiu assistir à televisão sempre que possível, sem sentir controle dos pais sobre esse hábito. Além disso, afirmaram ter dinheiro para gastos independentes e vontade de comprar os produtos anunciados nas propagandas de televisão. Estudantes da escola pública relataram ingerir e adquirir guloseimas mais frequentemente e ter maior liberdade para fazer compras do que os estudantes da escola particular, que revelaram sentir-se controlados pelos pais em relação aos seus hábitos alimentares e compras realizadas. CONCLUSÃO: O fato de os estudantes da escola particular sentirem-se mais controlados por seus pais pode ter reduzido uma provável influência da televisão sobre seus hábitos alimentares e de compras. Evidencia-se a importância da formulação de estratégias para auxiliar os pais a reduzirem os efeitos da televisão sobre os hábitos de seus filhos e de políticas públicas que incentivem o consumo saudável, além da regulamentação do marketing de alimentos pouco nutritivos para o público infantil.

  20. Informação alimentar e nutricional de sódio em rótulos de alimentos ultraprocessados prontos e semiprontos para o consumo comercializados no Brasil

    OpenAIRE

    Martins, Carla Adriano

    2012-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição Objetivo: Analisar a informação alimentar e nutricional de sódio em rótulos de alimentos industrializados ultraprocessados prontos e semiprontos para o consumo, comercializados no Brasil e utilizados em refeições de almoço e jantar. Método: Estudo transversal. A pesquisa é parte de um amplo estudo que realizou um censo sobre a informação alimentar e nutriciona...

  1. Consumo alimentar de gestantes adolescentes atendidas em serviço de assistência pré-natal Food consumption of pregnant adolescents assited by prenatal service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Vasconcelos de Azevedo

    2003-09-01

    Full Text Available O presente estudo analisou o consumo alimentar de 99 gestantes adolescentes atendidas no serviço de assistência pré-natal da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, na cidade de Fortaleza, Brasil. Os dados foram levantados por meio de entrevistas no próprio serviço e em visitas domiciliares, com a utilização de um instrumento para obtenção de dados socioeconômicos e do inquérito alimentar recordatório de 24 horas para obtenção de dados alimentares. Os resultados mostraram que as dietas estavam desbalanceadas e monótonas: 63,6% delas tinham menos de 90,0% das necessidades energéticas de gestantes e mais da metade estava adequada em seu conteúdo protéico, com excesso de lipídeos e inadequado conteúdo de carboidratos. Alguns micronutrientes, como ferro, cálcio, ácido fólico, zinco e vitamina B1, foram consumidos em quantidades bem abaixo do recomendado. Sugere-se a implementação de ações educativas na área de alimentação e nutrição durante o pré-natal, no sentido de explorar os conhecimentos e práticas alimentares já existentes, auxiliando na escolha de alimentos saudáveis e compatíveis com a situação de vida das gestantes.This study analyzed the food consumption of 99 pregnant adolescents assisted by Assis Chateaubriand Maternity Hospital, located in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. The data were collected by interview at the hospital prenatal service and by home visit. The questionnaire contained questions about socieconomic information and included a 24-hour food recall. Results showed unbalanced and monotonous diets. It was demonstrated that 63.6% of the diets were low in calories and more than half of them were normal in proteins, high in lipids and low in carbohydrates. Some micronutrients, such as iron, calcium, folic acid, zinc and vitamin B1, were lower than the recommended values. The authors suggest the implementation of an education program addressed to the prenatal care service

  2. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar Eating habits among employees of a state-owned bank: food consumption profile

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Jesus Mendes da Fonseca

    1999-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.In order to investigate the health conditions of current employees in a government-owned bank in the State of Rio de Janeiro, we performed a cross-sectional study in two departments where systematic sampling was applied. Among the health conditions, we focused on the employees' eating habit profile using a questionnaire on frequency of food group consumption analyzed through a summary measure (eating score. Although the majority of the study population display good eating habits, the results confirmed a major difference between genders. Some 60% of men had scores higher than the population mean (51.2, as compared to only 45% of women. In addition, we observed that men, and particularly younger men, consumed more foodstuffs that were rich in saturated fat, salt, and sugar as compared to women. The findings indicate that quality of

  3. Consumo alimentar e perfil antropométrico de tenistas amadores e profissionais Food intake and anthropometric profile of amateur and professionals tennis players

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Vitasovic Gomes

    2009-12-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O perfil antropométrico e o consumo alimentar exercem grande influência no desempenho esportivo; entretanto, essas informações sobre tenistas brasileiros ainda são escassas. OBJETIVO: Descrever e comparar o consumo alimentar e o perfil antropométrico de tenistas amadores (AM e profissionais (PRO. MÉTODOS: Foram avaliados 24 tenistas, com a seguinte distribuição: profissionais (PRO; n = 9 e amadores (AM; n = 15. Os atletas foram avaliados quanto a variáveis antropométricas (peso, estatura, circunferências e dobras cutâneas e a composição corporal foi estimada por três diferentes protocolos. As dietas foram avaliadas a partir de três diários alimentares. RESULTADOS: Não houve diferença significativa no perfil antropométrico dos atletas PRO em relação aos AM (peso: 69,5 ± 9,8kg e 66,0 ± 5,0kg; estatura: 177,9 ± 4,3cm e 175,6 ± 2,7cm, IMC: 23,5 ± 1,4kg/m² e 22,6 ± 0,8kg/m² e gordura corporal: 13,0 ± 5,5% e 13,7 ± 2,4%, respectivamente. Observou-se significativo déficit energético entre a estimativa da necessidade energética e a ingestão energética relatada. O consumo de carboidratos apresentou-se no limite mínimo sugerido (AM: 6,3 ± 0,5g/kg/dia e PRO: 6,5 ± 0,7g/kg/dia, enquanto a ingestão de proteínas mostrou-se superior às recomendações disponíveis na literatura (AM: 2,4 ± 0,2g/kg/dia e PRO: 2,3 ± 0,3g/kg/dia. Com relação aos minerais, a principal preocupação foi a baixa ingestão de cálcio (AM: 798,1 ± 786,3mg/dia e PRO: 766,9 ± 602,4mg/dia. CONCLUSÃO: Não foram observadas diferenças significativas no perfil antropométrico e no consumo alimentar entre os atletas AM e PRO. Os desvios observados no consumo alimentar reforçam a necessidade de orientação/planejamento nutricional, a fim de atender às demandas específicas da modalidade, visando maximizar o desempenho.The anthropometric profile and food intake play a key role in sports performance; however, there is little

  4. O consumo alimentar de gestantes adolescentes no Município do Rio de Janeiro Food consumption by pregnant adolescents in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Cavalcante de Barros

    2004-01-01

    Full Text Available O crescimento da gravidez na adolescência é visto com preocupação pela área de saúde pública. O consumo de alimentos que atendam a alta demanda de nutrientes durante a gestação tem sido identificado como um componente relevante. O objetivo do estudo foi conhecer o consumo habitual dos alimentos e de energia e nutrientes entre gestantes adolescentes. Foram entrevistadas 1.180 mães adolescentes em maternidades do Município de Rio de Janeiro e aplicado um Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar semiquantitativo simplificado. Os alimentos referidos por pelo menos 50% delas foram arroz, açúcar, manteiga, pão, feijão, leite, refrigerante, sucos, legumes e laranja. Observa-se um menor consumo de sucos, legumes e frutas entre as menores de 15 anos. No primeiro quartil de consumo, a ingestão mínima recomendada de energia, ferro, folato, vitamina C e cálcio não foi alcançada. Encontrou-se uma associação inversa entre o número de pessoas no domicílio e o consumo de energia e nutrientes. O relato de informação sobre alimentação no pré-natal e a informação de mudança de alimentação durante a gravidez esteve associado a um melhor consumo de energia e nutrientes. A atenção pré-natal mostrou-se como um cuidado fundamental para melhores resultados na gestação.The increase in teenage pregnancy has been viewed with concern by public health experts. Food consumption to help maintain high nutrient demands has been identified as one of the most relevant components. This study aims to present the habitual consumption of food and energy-specific nutrients by pregnant adolescents. A total of 1,180 adolescent mothers were interviewed in maternity hospitals in the City of Rio de Janeiro, and a simplified questionnaire on semi-quantitative frequency of food consumption was applied. Lower consumption of fruit juice, vegetables, and fruits was observed among adolescent mothers over 15. Adolescent mothers classified in the

  5. Consumo alimentar e condições de trabalho no corte manual de cana de açúcar no estado de São Paulo1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Verônica Gronau Luz

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo Descrever as condições de trabalho e aspectos relacionados à alimentação do trabalhador no corte manual de cana para contribuir para desenvolver políticas públicas de vigilância e atenção integral em Saúde do Trabalhador. Métodos Foram utilizados a observação direta do trabalho no campo em colheita no estado de São Paulo e aplicado questionário semi-estruturado a um grupo de 40 cortadores manuais de cana migrantes procedentes do estado do Ceará, durante 15 dias da safra 2007/2008. Aspectos sócio-demográficos, consumo de água, reposição eletrolítica, alimentação e aspectos culturais, pausas, dores e a jornada de trabalho foram registrados. Resultados Os trabalhadores ingerem de 5 a 10 litros de água/dia e a diluição dos repositores eletrolíticos foi inferior à adequada. A alimentação durante a safra não garantia a segurança alimentar e nutricional. A alimentação foi monótona, conservada e consumida em temperatura inadequada, e incompatível com os hábitos culturais, gerando desperdício e redução do consumo alimentar. Os trabalhadores relataram dores e câimbras no decorrer da jornada. As pausas para descanso foram insuficientes. O pagamento pela quantidade de produção, o processo de trabalho e as práticas de pagamento foram considerados determinantes da situação de precariedade ampla a que estes trabalhadores estavam submetidos. O trabalho no corte manual de cana é extenuante e o pagamento por produção pode ser um agravante para a saúde, pois implica na redução das pausas para descanso. A alimentação e hidratação corretas poderiam minimizar o desgaste e as dores durante o trabalho.

  6. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil Food consumption scores and serum lipids levels in the population of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid de Fornés

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.OBJECTIVE: To study food patterns assessed using scores of consumption and their relationship with serum total cholesterol (TOTAL-C, low

  7. Perfil antropométrico e consumo alimentar de adolescentes de Teixeira de Freitas - Bahia Anthropometric profile and food intake of adolescents in Teixeira de Freitas - Bahia, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailda Silva Santos

    2005-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever o perfil antropométrico e o consumo alimentar de adolescentes das escolas públicas de um município do Estado da Bahia. MÉTODOS: Estudo de corte transversal realizado com amostra aleatória por conglomerado de 354 alunos, dos 1.678 adolescentes de dezessete a dezenove anos matriculados nas 23 escolas elegíveis do município. Foram coletados dados sobre freqüência de consumo alimentar qualitativo e indicadores antropométricos, como o índice de massa corporal; pregas cutâneas triciptal e subescapular e o indicador altura/idade, segundo a Organização Mundial da Saúde. Realizou-se análise bivariada e estratificada, sendo a significância estatística verificada pelo qui-quadrado e teste exato de Fischer, com nível crítico de 5%. RESULTADOS: A análise antropométrica evidenciou maior prevalência de sobrepeso e obesidade (5,1% no sexo feminino e de magreza no masculino (6,4%; o déficit de crescimento foi observado em 25,0% dos adolescentes, sendo 15,0% de leve a moderado e 10,0% grave. Evidenciou-se também consumo habitual de arroz, feijão, farinha de mandioca, pão francês, manteiga, margarina, açúcar e café, sendo baixo o consumo de produtos lácteos, frutas, legumes e hortaliças; 96,6% dos adolescentes realizavam mais de três refeições diárias e mais de 80,0% alimentavam-se no domicílio. CONCLUSÃO: Os resultados apontam a necessidade de implementação de estratégias de prevenção dos problemas nutricionais por meio de uma alimentação e um estilo de vida saudáveis, assim como de estudos sobre os possíveis fatores comprometedores do crescimento dos adolescentes.OBJECTIVE: The objective was to describe the anthropometric profile and food intake in adolescents from public schools in a municipality of Bahia, Brazil. METHODS: A cross-sectional experimental design was employed with a random conglomerate sample of 354 adolescents, 17 to 19 years old, from a total of 1.678 students enrolled in 23

  8. Avaliação do consumo alimentar de crianças pertencentes a uma creche filantrópica na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil Food intake assessment of children attending a philanthropic daycare center in the Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseane M. S. Barbosa

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar o consumo alimentar de pré-escolares, pertencentes a uma creche filantrópica, em dois períodos (no ato da matrícula e após seis meses, com base na proposta da Pirâmide Alimentar Infantil Norte-Americana e através do Índice de Alimentação Saudável (IAS. MÉTODOS: relativamente à avaliação dietética, foi utilizada a história alimentar da criança com o responsável, no ato da matrícula; após seis meses de frequência da criança, utilizou-se o método de pesagem de alimentos (na creche e registro alimentar (na residência. Posteriormente, compararam-se as médias das porções consumidas nos dois períodos, de cada grupo alimentar, utilizando o teste "t" Student, a fim de se verificar a diferença estatística entre os grupos. Considerou-se o nível de significância de 5%. Igualmente, avaliou-se o IAS, nos dois períodos. RESULTADOS: observou-se uma diferença significativa (pOBJECTIVES: to compare the food intake of children in a philanthropic daycare center in two periods (at enrollment and following six months attendance based on the North American Food Guide Pyramid through the Healthy Eating Index (HEI. METHODS: the children eating habits were informed by the parents or custodians at enrollment and following six months of children's attendance, the food weighing technique was performed (at the daycare center and food checking (at home as well. Following, averages of the portions eaten in the two periods were compared in each of the food intake groups through the "t" Student test to determine the statistical significance between the groups, with the significance rate established at 5%. HEI for the two periods was equally assessed. RESULTS: a significant difference (p<0,05 was determined in the average of fruit and vegetable portions consumed, based on the North American Food Pyramid, and a satisfactory scoring of the Healthy Eating Index following six months of the children's attendance of the day care

  9. Consumo alimentar de adolescentes com e sem sobrepeso do Município do Rio de Janeiro Food intake in overweight and normal-weight adolescents in the city of Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseli G. Andrade

    2003-10-01

    Full Text Available Comparam-se, neste estudo, as características do consumo alimentar de uma amostra probabilística de adolescentes com sobrepeso e adolescentes com peso normal, com idades entre 12 e 17,9 anos. Os dados analisados foram obtidos em pesquisa realizada no Município do Rio de Janeiro, em 1995-1996. Estimou-se o consumo alimentar através de um questionário de freqüência do consumo de alimentos semiquantitativo. Avaliou-se o estado nutricional através do índice de massa corporal (IMC = peso/altura², classificando-se os adolescentes com e sem sobrepeso pelo percentil 90 da distribuição do IMC de crianças brasileiras de 1989. O consumo de indivíduos com e sem sobrepeso foi semelhante, em ambos os grupos observou-se consumo inferior ao mínimo das porções recomendadas dos grupos alimentares e consumo elevado de alimentos de alta densidade energética. Esses hábitos alimentares propiciam o desenvolvimento de excesso de peso e podem ser determinantes de obesidade e doenças crônicas não transmissíveis na maturidade.This article compares the food intake of overweight and normal-weight adolescents from 12 to 17.9 years of age (71.8% of the original sample. Data were obtained in a survey performed in the city of Rio de Janeiro, Brazil, in 1995-1996. Food intake was assessed by a semi-quantitative food frequency questionnaire, and nutritional status was assessed by body mass index (BMI = weight/stature². Adolescents classified as overweight reached the 90th percentile of the 1989 Brazilian BMI distribution. Food intake of overweight and non-overweight subjects was similar. Both groups showed below-minimum-recommended food-group intakes and higher intake of high-density food items. These nutritional habits are risk factors for obesity and chronic diseases later in life.

  10. Restrição alimentar para suínos machos castrados e imunocastrados em terminação Feeding restriction to finishing barrows and immunocastrated swine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Pereira dos Santos

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar o desempenho e as características quantitativas de carcaça de suínos machos castrados e imunocastrados, sob alimentação à vontade ou restrição quantitativa. Foram utilizados 240 animais, com peso inicial de 91,49±3,26kg, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x2 (dois manejos alimentares e duas categorias, com quatro repetições e 15 suínos cada. Suínos sob restrição alimentar apresentaram consumo inferior (P0,05 entre castrados e imunocastrados. Suínos alimentados à vontade apresentaram maior (P0,05 entre os fatores sobre as características de carcaça. A restrição não afetou (P>0,05 as características de carcaça. Machos imunocastrados apresentaram menor (PThe objective of this study was to evaluate the performance and carcass quantitative characteristics of barrows and immunocastrated swine fed ad libitum or under quantitative feeding restriction. Two hundred and forty animals were used, with initial weight of 91.49±3.26kg, distributed in a randomized blocks design, in a factorial scheme 2x2 (two management and two food categories, with four replicates of 15 pigs each. Pigs submitted to dietary restriction had lower consumption (P0.05 between castrated and immunocastrated. Pigs fed ad libitum had higher (P0.05 among the factors on carcass traits. The restriction did not affect (P>0.05 carcass traits. Immunocastrated pigs had lower (P<0.05 back fat thickness and higher percentage of lean meat. Dietary restriction improves feed conversion of castrated pigs. The dietary restriction affects weight gain and does not affect carcass characteristics of barrows and immunocastrated. Immunocastrated pigs have higher performance, lower back fat thickness and a higher percentage of lean meat compared to the castrated.

  11. Programas cognitivos e passionalização do consumo nos media e na publicidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luiz Aidar Prado

    2009-09-01

    Full Text Available Resumo As sociedades do capitalismo globalizado, cuja lógica cultural é o multiculturalismo (como programa de equivalência das culturas faz empuxo para a individualização. Ser um indivíduo implica pertencer a um grupo, que, por sua vez, pede ao sujeito diferenciação; por outro lado, o grupo impõe, dentro de um campo de conflitos discursivos, um empuxo pela equivalência. Coloca-se aí um jogo entre equivalências e diferenças, sem que autoridades tradicionais possam criar consensos fortes. Tal autoridade se realiza erformativamente nesse campo discursivo conflitivo. O mercado, na época da cultura dos media e da publicidade, disciplina a busca dos indivíduos a partir das tecnologias discursivas, construídas com base em uma racionalidade estratégica, bombeando as formas semânticas e pragmáticas da cultura. Trata-se, por um lado, de fornecer programas nos media, regados pelo imaginário da publicidade e do marketing, para guiar os indivíduos aos seus objetos de desejo. Por outro, é o sistema que busca tornar íntimas as buscas de dispositivos, tratamentos, substâncias, produtos, objetos carregados de atratores ao gozo de consumo. Tais programas constroem regimes de visibilidade em que certos itens são tornados positivos (euforizados e podem vir às cenas nos media com seus modos de usar e suas receitas de vida boa, enquanto outros são disforizados e relegados ao ostracismo. O empuxo ao consumo é uma forma de modalizar a busca por essa individuação privilegiada a partir de uma apresentação passionalizada de valores, ligados a marcadores culturais. Palavras-chave: Programas cognitivos dos media; capitalismo globalizado; individualização; mapas cognitivos; consumo; publicidade. Resumen Las sociedades del capitalismo globalizado, cuya lógica cultural es el multiculturalismo (como programa de equivalencia de las culturas, hacen empuje para la individualización. Ser un individuo implica pertenecer a un grupo, que, a su vez

  12. Consumo alimentar de atletas: reflexões sobre recomendações nutricionais, hábitos alimentares e métodos para avaliação do gasto e consumo energéticos Athletes' food intake: reflections on nutritional recommendations, food habits and methods for assessing energy expenditure and energy intake

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vilma Pereira Panza

    2007-12-01

    Full Text Available O objetivo do artigo foi efetuar revisão sobre o consumo alimentar de atletas, enfatizando recomendações nutricionais, adequações dietéticas, comportamento alimentar e limitações dos métodos na avaliação dietética e estimativa do gasto energético nesta população. Foram analisados 30 artigos, publicados no período de 1984-2004, selecionados em bases eletrônicas de dados. O critério de inclusão dos artigos foi a abordagem sobre aspectos nutricionais relacionados ao exercício, recomendações de energia e nutrientes, bem como consumo alimentar de atletas. As recomendações de energia, macronutrientes e hidratação para atletas já estão bem determinadas, porém, pouco se conhece sobre as necessidades de vitaminas e minerais. Contudo, existe um consenso de que as necessidades de micronutrientes para a maioria desses indivíduos podem ser atendidas por uma dieta variada e equilibrada. Por outro lado, estudos indicam que a inadequação de energia e nutrientes ainda predomina em vários grupos atléticos, revelando a necessidade da reeducação nutricional. Diversos fatores inerentes à modalidade esportiva, tais como os esquemas de treinamento e as exigências relativas à imagem corporal, podem influenciar os hábitos alimentares do atleta. Portanto, a compreensão das relações entre o padrão de alimentação de atletas e os diversos fatores relacionados ao esporte são aspectos fundamentais para o estabelecimento de orientações nutricionais. A ocorrência de erros sistemáticos em pesquisas com atletas que empregam métodos que utilizam o auto-relato, ressalta a importância do rigor metodológico na aplicação desses instrumentos.The purpose of this paper was to review the bibliography on athletes' food intake, emphasizing nutritional recommendations, dietary propriety and behavior, limitations of the methods for assessing food intake and estimated energy expenditure in this population. Thirty articles were analyzed

  13. Análise nutricional e complementação alimentar de cesta básica derivada do consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio A. J. Barretto

    1998-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A "cesta básica Dieese e Procon", originada de uma Pesquisa de Padrão de Vida e Emprego no Município de São Paulo, tem sido empregada como parâmetro para o acompanhamento de preços. Seria desejável que um instrumento econômico, utilizado com esta finalidade, correspondesse também a uma nutrição efetivamente saudável. Assim, foram analisados os níveis de adequação dos itens alimentares da cesta básica em relação às necessidades nutricionais de uma família-referência paulistana, e propostas técnicas de complementação dietética para sanar possíveis deficiências ou desbalanceamento. METODOLOGIA: Utilizou-se o Censo Demográfico do IBGE, de 1991, para se determinar a família-referência; adotaram-se dois terços das "Recommended Dietary Allowances" como parâmetro de necessidades nutricionais; e utilizou-se das tabelas de composição centesimal para verificação do aporte de nutrientes da cesta básica. Efetuou-se a complementação alimentar por meio de três diferentes métodos: Ad Hoc (proposta direta e fixa, Programação Linear (proposta via computador e sazonal, com ênfase na minimização de custos, Híbrido (uma combinação dos dois anteriores. RESULTADOS: Foram encontrados valores insuficientes para as vitaminas A, C, B2 e B6 e para os minerais Ca, Mg, Fe, Zn, I e Se; o percentual de lipídios no total calórico mostrou-se elevado. Entre as técnicas de complementação, o método Híbrido pareceu assimilar, mais eficientemente, os baixos custos e os hábitos dietéticos. DISCUSSÃO: Inferiu-se uma eventual correspondência entre os problemas nutricionais detectados na relação de itens da cesta básica e a chamada transição alimentar que se processa nos países em desenvolvimento. Não parece aconselhável que os riscos epidemiológicos associados a essa alteração nos padrões dietéticos sejam incorporados num instrumento econômico que tenha por finalidade mensurar os preços de uma

  14. Consumo alimentar e padrão de refeições de adolescentes, São Paulo, Brasil Food intake and meal patterns of adolescents, São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar e o padrão de refeições de adolescentes, São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Por meio do Recordatório de 24 horas, avaliou-se o consumo energético total, de macronutrientes, cálcio, ferro e vitamina A e a omissão de refeições ou sua substituição por lanche, de adolescentes de uma escola pública de Ilhabela. Comparou-se o consumo alimentar por grupo com a Pirâmide Alimentar do adolescente. Foi realizada análise descritiva, aplicou-se o teste Qui-quadrado (p OBJECTIVE: To assess food intake and meal patterns in adolescents, a cross-sectional study was conducted with 228 adolescents from a public school, SP, Brazil. METHODS: Total energy, macronutrients, calcium, iron, and vitamin A intakes were evaluated. The food pattern was compared with the eating patterns established by the Food Pyramid for adolescents. Meal frequency was assessed to identify meal skipping. Descriptive statistics and Chi Square were used. RESULTS: Mean energy intake was lower than estimated for 66% adolescents, carbohydrate intake was lower than estimated for 50% adolescents, fat intake was higher than estimated for 50% of adolescents, and protein intake was above the recommendation for 40% of adolescents. Among adolescents studied, 21% skipped breakfast and one third of them had snacks instead of lunch or dinner. CONCLUSION: The diet of adolescents had insufficient energy intake and deficient intake of fruits and vegetables. Meal patterns were satisfactory, but breakfast should be encouraged.

  15. Consumo de fibra alimentar por crianças e adolescentes com constipação crônica: influência da mãe ou cuidadora e relação com excesso de peso Dietary fiber intake for children and adolescents with chronic constipation: influence of mother or caretaker and relationship with overweight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Santos Mello

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da mãe ou da cuidadora sobre o consumo de fibra alimentar por crianças e adolescentes com constipação crônica bem como sua relação com a ocorrência de excesso de peso. MÉTODOS: Estudo transversal com 38 crianças e adolescentes com constipação funcional e suas respectivas cuidadoras. Para análise do consumo de fibra alimentar, foi utilizado o registro alimentar de três dias. Peso e estatura foram aferidos para verificar o estado nutricional. A história familiar de constipação foi investigada. RESULTADOS: A maioria dos pacientes com constipação (89,5%; 34/38 apresentava consumo insuficiente de fibra (inferior à idade +5g. Das 38 cuidadoras, apenas uma (2,6% apresentou ingestão de fibra superior à recomendação mínima (20g/dia. Excesso de peso foi encontrado em 28,9% (11/38 dos pacientes e em 60,5% (23/38 das suas responsáveis. Associação entre excesso de peso e presença de constipação foi verificada entre as cuidadoras (p=0,046. As crianças e adolescentes do sexo feminino com excesso de peso apresentaram menor ingestão de fibra, comparadas às sem excesso de peso (p=0,011. Nos pacientes do sexo masculino, essa associação não foi observada. O consumo de fibra pelas cuidadoras com excesso de peso foi inferior ao das demais (p=0,027. Observou-se correlação entre consumo de fibra pelas crianças com constipação e suas cuidadoras, nos sexos masculino (r=+0,561; p=0,005 e feminino (r=+0,782; pOBJECTIVE: To evaluate the influence of the mother or caretaker on the consumption of dietary fiber by children and adolescents with chronic constipation and its relationship with the occurrence of overweight. METHODS: This cross-sectional study enrolled 38 children and adolescents with functional constipation and their respective caretakers. A three-day food register was used for the analysis of the dietary fiber consumption. Weight and height were measured to verify the nutritional status

  16. Consumo alimentar habitual e evolução antropométrica de crianças e adolescentes portadores de epidermólise bolhosa : estudo de uma série de casos

    OpenAIRE

    2014-01-01

    Introdução: Epidermólise Bolhosa engloba grupo de desordens hereditárias, caracterizadas pela ocorrência de bolhas na pele e membranas mucosas como resultado de mínimo trauma mecânico. Comprometimento nutricional do portador está relacionado com a gravidade das complicações, sendo as necessidades nutricionais do portador um reflexo da idade, extensão das bolhas, presença de infecção, necessidade de crescimento e manifestações clínicas. Objetivo: Investigar a adequação do consumo alimentar hab...

  17. Restrição alimentar qualitativa para suínos com elevado peso de abate Qualitative feed restriction for heavy pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Luís Fraga

    2008-05-01

    Full Text Available Foram utilizados 60 suínos machos castrados (89,1 ± 4,2 kg para avaliar o uso de níveis (0, 5, 10, 15 e 20% de restrição qualitativa, resultando em valores de 3.407, 3.240, 3.060, 2.890 e 2.720 kcal de energia digestível por quilo de ração. Dez animais foram abatidos no início do experimento para determinação da composição corporal inicial, enquanto os demais foram alimentados com as dietas experimentais até atingirem 128 kg. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados para controle das diferenças de peso inicial, com dez blocos, cinco tratamentos (dietas experimentais e um animal por unidade experimental. Dados de características de desempenho, de carcaça e parâmetros séricos dos animais foram submetidos à análise de variância com posterior desdobramento em regressão em função dos níveis de restrição qualitativa das dietas. O aumento nos níveis de restrição qualitativa não alterou o consumo diário de ração, mas reduziu linearmente o consumo diário de energia digestível e o ganho diário de peso, piorando a conversão alimentar e melhorando a eficiência de utilização de energia pelos animais. Os níveis de restrição qualitativa provocaram redução linear dos níveis séricos de triacilgliceróis e da espessura de toucinho e aumento da porcentagem e quantidade de carne magra e do índice de bonificação das carcaças, mas não alteraram o ganho diário de carne magra. A utilização de restrição qualitativa é eficiente para reduzir a ingestão energética e a deposição de gordura em suínos não reduz a capacidade de produção de carne magra.A total of 60 barrow pigs (89.1 ± 4.2 kg was used to evaluate five levels (0, 5, 10, 15 and 20% of qualitative feed restriction, resulting in values of 3,407, 3,420, 3,060, 2,890, and 2,720 kcal/kg DE in the diet. Ten animals were slaughtered at the beginning of the experiment to determine the initial body composition, while the others were fed with the

  18. Mortalidade por câncer de cólon e reto e consumo alimentar em capitais brasileiras selecionadas Colorectal cancer mortality and diet patterns in selected Brazilian State capitals

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabrícia Junqueira das Neves

    2006-03-01

    Full Text Available As taxas de mortalidade por câncer de cólon e reto mostram uma variação regional no Brasil e a heterogeneidade do padrão alimentar nas suas regiões geográficas poderia possivelmente explicar, pelo menos em parte, essas diferenças. Um estudo ecológico foi realizado com o objetivo de identificar possíveis associações entre padrões de consumo alimentar e taxas de mortalidade padronizadas por idade em capitais brasileiras selecionadas. O padrão de consumo alimentar em cada capital foi caracterizado com base no consumo de grupos de alimentos associados a essa neoplasia na literatura. Os dados de consumo de alimentos foram obtidos no ENDEF (Estudo Nacional de Despesas Familiares. A regressão linear múltipla foi utilizada para analisar as correlações entre as taxas de mortalidade e as variáveis alimentares. Essas taxas mostraram uma correlação positiva com o consumo de calorias, cereais, carnes, ovos/leite e legumes/frutas. Quando ajustado por consumo calórico total, carne e legumes/frutas foram as únicas variáveis que mantiveram uma correlação positiva. O modelo multivariado final com essas variáveis foi capaz de explicar 92% da variação das taxas de mortalidade nas capitais selecionadas. Esses resultados sugerem que diferenças no consumo calórico total e no consumo de carne e legumes/frutas poderiam explicar, parcialmente, os diferentes padrões de distribuição da mortalidade por câncer de cólon e reto no Brasil.Mortality rates for colorectal cancer show regional variations in Brazil, and the heterogeneous dietary profile observed in its geographic regions could possibly explain, at least partially, these different patterns. An ecological study was conducted to identify possible associations between dietary consumption profiles and age-standardized mortality rates for colorectal cancer in selected state capitals. The dietary profile in each capital was characterized on the basis of the consumption of groups of foods

  19. Adolescentes modelos de passarela: como é o consumo alimentar deste grupo? Adolescent runway models: how is the food intake of this group?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Magna Rodrigues

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a adequação da ingestão de energia, macro e micronutrientes em adolescentes modelos de passarela. MÉTODOS: Estudo transversal de 33 adolescentes modelos e 33 não modelos, de 15 a 18 anos, pareadas por idade e índice de massa corpórea (IMC. A ingestão alimentar foi avaliada por meio de registro alimentar de três dias, sendo calculados os valores médios de energia, em kcal, os valores proporcionais dos macronutrientes em relação ao valor calórico total da dieta consumida, bem como os valores médios/medianos dos seguintes micronutrientes: cálcio, ferro, zinco, fósforo, magnésio, folato, vitamina D, vitamina C, vitamina A e vitamina E. RESULTADOS: Verificou-se que 24% das adolescentes do estudo apresentaram IMC abaixo dos valores mínimos para a idade. A média de ingestão de energia foi menor entre as modelos, em comparação às adolescentes não modelos (1.480,93±582,95 versus 1.973,00±557,63 kcal (p0,05. O consumo inadequado de micronutrientes como o cálcio, ferro, zinco, magnésio, fósforo, vitaminas lipossolúveis, folato e ácido ascórbico ocorreu em ambos os grupos. CONCLUSÕES: A baixa ingestão energética (kcal entre as modelos e a ingestão insuficiente de minerais e vitaminas alertam para que as agências de modelos comprometam-se com a saúde dessas adolescentes, garantindo um acompanhamento médico e nutricional.OBJECTIVE: To evaluate the adequacy of energy, macro and micronutrients intake in adolescent runway models. METHODS: This cross-sectional study enrolled 33 models and 33 non-models, with ages ranging from 15 to 18 years, paired by age and body mass index (BMI. Food intake was evaluated by a three-day food record. The average energy values were estimated in kcal, the proportional values of macronutrients as to the total caloric value of the consumed diet were also calculated, as well as the mean/medium values of the following micronutrients: calcium, iron, zinc, phosphorus, magnesium

  20. Influência do consumo alimentar na gestação sobre a retenção de peso pós-parto Influencia del consumo alimentario en la gestación sobre la retención de peso post-parto Influence of dietary intake during gestation on postpartum weight retention

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Bortoletto Martins

    2011-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a influência da alimentação durante a gestação sobre a retenção de peso pós-parto. MÉTODOS: Foram acompanhadas 82 gestantes adultas e saudáveis que iniciaram o pré-natal em serviço público de saúde no Município de São Paulo, SP, entre abril e junho de 2005. As medidas de peso e estatura foram aferidas na primeira entrevista (até 16 semanas de gestação e a medida de peso foi repetida em visita domiciliar 15 dias após o parto. O Recordatório de 24 horas foi usado para avaliar o consumo alimentar e foi aplicado nos três trimestres da gestação. Foi calculado o consumo médio de gordura saturada, fibras, açúcar adicionado, refrigerantes, alimentos processados, frutas, verduras e legumes, e a densidade energética da dieta. A retenção de peso foi obtida pela diferença entre a medida de peso pós-parto e a primeira medida realizada. A influência da alimentação sobre a retenção de peso pós-parto foi avaliada por meio de análise de regressão linear múltipla e foi realizado o teste para tendência linear. As variáveis utilizadas para ajuste do modelo foram: índice de massa corporal no início da gestação, estatura, renda familiar per capita, tabagismo, idade e escolaridade. RESULTADOS: O índice de massa corporal inicial médio foi de 24 kg/m² e a retenção média de peso foi de 1,9 kg. O aumento do consumo de gordura saturada (p = 0,005 e alimentos processados (p = 0,014 elevou de forma significativa a retenção de peso pós-parto, após ajuste pelas variáveis de controle. As demais variáveis de consumo alimentar não apresentaram relação significativa com a variável desfecho. CONCLUSÕES: O maior consumo de alimentos não saudáveis, como alimentos processados, e de gordura saturada influencia a elevação da retenção de peso pós-parto.OBJETIVO: Evaluar la influencia de la alimentación durante la gestación sobre la retención de peso post-parto. MÉTODOS: Fueron acompañadas 82

  1. Consumo alimentar residual e sua relação com medidas de desempenho e eficiência e características in vivo da carcaça de cordeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.F.E. Paula

    2013-04-01

    Full Text Available Avaliou-se o consumo alimentar residual (CAR e a conversão alimentar (CA de 20 cordeiros, com o objetivo de estimar as correlações entre essas variáveis com medidas de desempenho e com características in vivo da carcaça. Os animais tiveram o consumo de MS (CMS mensurado por 65 dias e foram pesados a cada 13 dias para obtenção do ganho médio diário (GMD. Foram considerados o peso vivo inicial (PVI, o peso vivo final (PVF, o peso metabólico (PM, o GMD, a taxa de crescimento relativo (TCR, a taxa de Kleiber (TK, a CA, o CMS e o CMS em percentual do PV (CMSPV. As avaliações de carcaça foram realizadas por ultrassom. O CAR se mostrou correlacionado com o CMS (+0,81, o CMSPV (+0,90 e a CA (+0,63. Correlações significativas foram encontradas entre CA e GMD; CA e TCR; CA e TK; e CA e PVI (-0,63, -0,74, -0,75 e +0,51, respectivamente. O CAR e a CA não se mostraram correlacionados com características de carcaça, e, da mesma forma, não houve diferença entre as classes de CAR para essas variáveis. Confirmou-se o potencial do CAR como medida de eficiência alimentar para cordeiros em confinamento, sem existência de relações com o ganho de peso e o tamanho corporal e sem alterações na composição da carcaça.

  2. Agentes comunitários de saúde da zona leste do município de São Paulo: um olhar para seu estado nutricional e consumo alimentar - doi:10.5020/18061230.2008.p3

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexanndra Corrêa de Freitas

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Caracterizar o perfil sócio-demográfico, o estado nutricional, a presença de doenças crônicas não-transmissíveis e o consumo alimentar de agentes comunitários de saúde (ACS pertencentes a cinco Unidades de Saúde da Família da Zona Leste do Município de São Paulo. Métodos: Tratou-se de um estudo quantitativo, descritivo e exploratório desenvolvido com 88 indivíduos. Coletaram-se dados sobre a situação sócio-demográfica, dados antropométricos(peso, estatura e circunferência da cintura, informações sobre presença de doenças crônicas não-transmissíveis e de consumo alimentar. Resultados: Os participantes dessa pesquisa eram predominantemente do sexo feminino 83 (94,3%, com idade variável entre 20 e 55 anos. A maioria era natural da região Sudeste 72 (81,2%, possuía ensino médio concluído 71 (80,7% e tinha renda familiar entre 2 e 5 salários mínimos 62 (70,4%. A avaliação antropométrica revelou que 46 (52,3% estavam eutróficos, 41 (46,6% com excesso de peso e 41 (46,6% apresentavam risco elevado ou muito elevado para doenças cardiovasculares, apesar de 77 (87,5% não terem referido qualquer doença crônica não-transmissível. Quanto ao consumo alimentar, encontrou-se consumo diário de arroz, feijão, pão e margarina ou manteiga e baixo consumo de leite e derivados, frutas, verduras e legumes. As carnes bovina e de frango eram as mais consumidas. O café apareceu como bebida de maior consumo diário, seguido do suco artificial. As frituras e doces eram consumidos semanalmente por 34,9% e 53,4% dos ACS, respectivamente. Conclusão: O excesso de peso e a obesidade abdominal foram os principais acometimentos à saúde dos ACS, tendo, ambos, estreita relação com suas práticas alimentares inadequadas; as quais também estavam relacionadas às suas características sócio-demográficas. NCT00682604.

  3. Associação entre consumo alimentar e (insegurança alimentar e nutricional em São José dos Ramos - PB Association between consumption and food (insecurity in food and nutrition of São José dos Ramos - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleyton Cézar Souto Silva

    2012-05-01

    Full Text Available A prevalência de insegurança alimentar é importante para a avaliação das condições de vida e para o planejamento de políticas públicas de combate à fome. A pesquisa foi realizada com 177 famílias de São José dos Ramos-PB, no ano de 2005, por meio de entrevista. A análise dos dados, por regressão logística e ODDS RATIO, utilizou como variável dependente estar ou não em segurança alimentar, avaliação resultante da aplicação da EBIA; e, como variável independente dicotômica, o consumo de 15 conjuntos de alimentos. O modelo em regressão logística e o odds ratio mostraram associação de leite integral, manteiga, biscoito, bolacha e bolo com a segurança alimentar. Contudo, deve-se levar em consideração o conceito ampliado de Segurança Alimentar e Nutricional, que enfatiza outros fatores relevantes além do consumo alimentar, como a disponibilidade de alimento, que se incorpora às condições de renda e padrão de vida.The prevalence of food insecurity is important for the assessment of the conditions of life and planning of public policies for combating hunger. The survey was conducted with 177 families of São José dos Ramos, in the year 2005, through interview. Data analysis, through logistics regression and ODDS RATIO, used as the dependent variable is in food safety assessment resulting from the application of EBIA, and as a variable dichotomic-independent consumption of 15 sets of food. The regression model Logistics and the odds ration of Association showed whole milk; butter, biscuit, cracker, cake with food safety. However you should take into consideration the expanded concept food and nutritional security that emphasizes other relevant factors beyond the food consumption as food availability, which incorporates income conditions and standard of living.

  4. Regime jurídico dos suplementos alimentares

    OpenAIRE

    Martins, Diana Mafalda Miranda; Cruz, Rui Santos

    2015-01-01

    O mercado dos suplementos alimentantes teve um forte incremento nos últimos anos. Em parte devido ao estilo de vida quotidiano, os consumidores optam por complementar as quantidades de nutrientes ingeridas através do consumo de suplementos alimentares. Estes produtos estão sujeitos a regulamentação nacional e comunitária que os permite comercializar como géneros alimentícios. Em Portugal, estes produtos são considerados de venda livre, e tal como noutros países europeus, podem ser fornecid...

  5. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres jovens na fase lútea e folicular do ciclo menstrual Nutritional status and food consumption of young women in the luteal and follicular phases of the menstrual cycle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Almenara Silva dos Santos

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a ingestão alimentar de mulheres adultas sadias durante o ciclo menstrual. MÉTODOS: Quarenta e cinco voluntárias foram acompanhadas durante três meses. A avaliação do estado nutricional foi baseada no índice de massa corporal, porcentagem de gordura e água corporal. Foram aplicados seis registros alimentares para análise da ingestão dos grupos de alimentos, usando como base o guia alimentar da pirâmide. Para a observação do sintoma "desejos alimentares", foram utilizados três "mapas de sintomas diários". RESULTADOS: Os valores médios de índice de massa corporal e de porcentagem de gordura corporal apresentaram-se normais em ambas as fases, entretanto foi observado maior percentual de mulheres com água corporal acima do padrão na fase lútea (77%. O consumo de alimentos do grupo complementar foi maior na fase lútea. Todos os outros grupos de alimentos, com exceção do grupo de carnes, apresentaram consumo inferior às recomendações, em ambas as fases. A intensidade do sintoma "desejos alimentares" foi leve durante o ciclo menstrual, não sendo observada diferença significativa entre as fases. O sintoma "desejos alimentares" associou-se positivamente com o aumento da ingestão do grupo complementar na fase lútea. CONCLUSÃO: O ciclo menstrual influencia o comportamento alimentar e leva à retenção hídrica, na fase lútea, em mulheres adultas sadias.OBJECTIVE: This study assessed the nutritional status and food intake of healthy young women during the menstrual cycle. METHODS: Forty-five volunteers were followed for three months. Their nutritional status was determined by body mass index, body fat and total body water. Six food recall instruments were used to evaluate food group intake according to the food guide pyramid. Food cravings were detected by three daily symptom charts. RESULTS: The mean body mass index and body fat were normal in both phases; however, there was a higher

  6. Mudanças no consumo alimentar de mulheres do Município do Rio de Janeiro, Brasil, 1995-2005 Changing in dietary intake by women in the Municipality of Rio de Janeiro, Brazil, from 1995 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Alves Pereira

    2009-11-01

    Full Text Available Compara-se o consumo alimentar de mulheres de 35 anos e mais investigado em dois estudos transversais de base populacional desenvolvidos no Rio de Janeiro, Brasil, em 1995-1996 (n = 1.014 e 2004-2005 (n = 1.001. Utilizou-se questionário de freqüência do consumo de alimentos para estimar o consumo de alimentos e o índice de massa corporal (IMC = peso/estatura² para avaliar o estado nutricional. A prevalência da obesidade (IMC 30kg/m² aumentou no período de 10 anos (16,6% para 24%. O consumo de diversos alimentos com alta densidade energética sofreu incremento, como: biscoitos salgados, doces, bacon, lingüiça/salsicha e hambúrguer. Outros foram relatados com menor freqüência: manteiga/margarina, maionese, batata frita ou chips, e açúcar. Frutas, leite, feijão, raízes e tubérculos, e carnes tiveram redução do consumo. Mulheres com escolaridade elevada apresentaram maior redução no consumo de frutas e carnes. As mudanças na prevalência da obesidade parecem estar relacionadas com as modificações do consumo de alimentos e dependentes do grau de escolarização.This article compares food intake by women 35 years or older in two population-based cross-sectional studies in Rio de Janeiro, Brazil, in 1995-1996 (n = 1,014 and 2004-2005 (n = 1,001. Food intake was assessed with a food-frequency questionnaire, and nutritional status was defined according to body mass index (BMI = weight/height². Prevalence of obesity (BMI 30kg/m² increased in the ten-year period (16.6% to 24%. Many high energy density (kcal/g foods showed a statistically significant increase in the period, such as crackers, candies, bacon, sausage, and hamburger. Some high energy density items were reported less frequently: butter, mayonnaise, potato chips, and sugar. The intake of fruits, milk, beans, roots and potatoes, and meat decreased in the 10-year period. Women with more education showed a larger reduction in fruit and meat intake and a smaller reduction

  7. Segurança Alimentar e Consumo: Rastreabilidade e Certificação de Grãos GM e NON-GM

    OpenAIRE

    Myszczuk, Ana Paula; Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR; Wandscheer, Clarissa Bueno; Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR; Glitz, Frederico; Universidade Federal do Paraná – UFPR

    2010-01-01

    As graves crises alimentares ocorridas na Europa na década de 90 mudaram o cenário mundial referente à produção de alimentos, e, no que diz respeito aos organismos geneticamente modificados, em razão da inexistência de estudos conclusivos a respeito de seus efeitos sobre a saúde humana e ao meio ambiente, exige-se cautela na sua produção, apresentando-se a rastreabilidade e os sistemas de identidade preservada como alternativas para garantir a segurança alimentar do consumidor. O presente art...

  8. Bens de consumo e insegurança alimentar: diferenças de gênero, cor de pele autorreferida e condição socioeconômica Household appliances and food insecurity: gender, referred skin color and socioeconomic differences

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leticia Marin-Leon

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, 2004, foram comparadas as diferenças na prevalência de insegurança moderada/grave em relação à segurança alimentar, e insegurança leve quanto à posse de bens de consumo e outras condições socioeconômicas e demográficas. MÉTODOS: Foram estudados os domicílios particulares permanentes, com rendimento domiciliar per capita de até um salário mínimo, utilizando-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar respondida por morador do domicílio (n=51.357. A associação entre as variáveis e a variável dependente (segurança alimentar foi verificada pelo teste do Χ2 com nível de significância de 5%. Foram calculadas razões de prevalência brutas e intervalos de confiança de 95% e a análise ajustada foi conduzida por meio de regressão múltipla de Poisson, utilizando Stata 8.0, que incorpora as ponderações do desenho amostral com delineamento complexo. RESULTADOS: A renda domiciliar mensal per capita foi a variável com maior força de associação com a segurança alimentar. Tanto em áreas urbanas quanto rurais, foram encontradas elevadas razões de prevalência para insegurança alimentar moderada ou grave nos domicílios chefiados por mulheres, de cor negra, presença no domicílio de seis ou mais moradores, localização metropolitana e com ausência de alguns bens específicos (fogão, filtro, geladeira, freezer, máquina de lavar roupa e telefone celular. Em modelo que incluiu, entre os bens, apenas a posse de geladeira, a maior razão de prevalência ocorreu na renda de até ¼ de salário mínimo, seguindo-se a ausência de posse de geladeira, tanto nos domicílios chefiados por homens brancos, como por negros e mulheres brancas ou negras. Embora os domicílios chefiados por mulheres e por negros apresentem maior insegurança alimentar, as diferenças intragrupais foram maiores em domicílios chefiados por homens brancos e menores

  9. Validação de um questionário de freqüência de consumo alimentar para população adulta Validation of a food frequency questionnaire for the adult population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aída Calvão Ribeiro

    2006-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a validade e a reprodutibilidade de um questionário de freqüência de consumo alimentar desenvolvido para a população adulta. MÉTODOS: Foram entrevistados, em três momentos, 69 indivíduos, de ambos os sexos, freqüentadores de restaurantes industriais em dois órgãos públicos de Brasília, Distrito Federal. Na primeira e terceira entrevistas foram aplicados um recordatório 24 horas e um questionário de freqüência de consumo alimentar, e na segunda entrevista, um recordatório 24 horas. A duração média do estudo foi de 181 dias. Macronutrientes, vitaminas A e C, cálcio, ferro, zinco, colesterol, fibras e energia total foram analisados utilizando-se os coeficientes de correlação intraclasse e de Pearson, este último na forma bruta e deatenuada. RESULTADOS: Quanto à reprodutibilidade, o questionário de freqüência de consumo alimentar obteve desempenho adequado, apresentando resultados acima de 0,7 para lipídeo, colesterol, energia e proteína. Para a validade, os melhores coeficientes deatenuados foram observados para vitamina C (r=0,66, ferro (r=0,58, proteína (r=0,55 e carboidrato (r=0,55 e os piores, para colesterol (r=0,32 e vitamina A (r=0,37. CONCLUSÃO: A obtenção de coeficientes de correlação expressivos para alguns nutrientes indica que este questionário de freqüência de consumo alimentar constitui-se em um bom instrumento de pesquisa para estudos epidemiológicos em população adulta, podendo fornecer informações importantes para a implementação de ações na área de saúde e nutrição.OBJECTIVE: The aim of the present study was to investigate the validity and reproducibility of a food frequency questionnaire developed for the adult population. METHODS: Sixty-nine individuals from both genders who attended industrial restaurants from two government divisions in Brasília, Federal District, Brazil, were interviewed on three different occasions. In the first and third interviews

  10. Consumo alimentar de população adulta residente em área rural da cidade de Ibatiba (ES, Brasil Consumption to feed of resident adult population in rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilaine Oliveira Carvalho

    2011-01-01

    Full Text Available Trata-se de um estudo transversal no qual foi aplicado um questionário de frequência alimentar (QFCA em 150 adultos residentes em área rural da cidade de Ibatiba (ES. O QFCA classificou o consumo alimentar como: habitual (> 4 vezes na semana, não habitual (It is a transverse study where a questionnaire of alimentary frequency was applied (QAF in 150 adults resident of the rural area of the city of Ibatiba (ES, Brazil. QAF classified the alimentary consumption as: habitual (> 4 times in the week, not habitual (<4 times in the week and rarely (1 time a month, with objective of correlating the alimentary consumption with the chronic-degenerative diseases. The results evidenced a habitual consumption of rice, breads, stalk, bean, cow milk, animal fat, margarine, sugar and coffee, and a non habitual consumption of cake, potato, cookies, manioc, sweet potato, chayote, carrot, beet, pumpkin, juice of fruits, banana, orange, guava, mango and tangerine. It can be concluded that the feeding habit presented by the studied population it can come to increase in a medium or long period the prevalence and occurrences of chronic-degenerative diseases as hypertension, diabetes, obesity and coronary diseases. The alimentary consumption of this population needs concern, because when compared with the national patterns, it is observed some inadequacies, and it is known that this picture comes to every day causing damages the public health.

  11. Comparação de dois programas computacionais utilizados na estimativa do consumo alimentar de crianças Comparison of two nutrition software applications used to estimate food intake of children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Salles-Costa

    2007-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a concordância entre dois programas computacionais de análise do consumo alimentar de crianças de 6 a 30 meses. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram selecionadas 100 crianças de 6 a 30 meses de idade entre 407 crianças cujas mães responderam o recordatório de 24 horas em visitas domiciliares. Foram comparados: 1 as gramaturas das medidas caseiras dos 10 alimentos mais consumidos entre os dois programas e em relação a uma tabela de pesos e medidas nacional; 2 os valores médios do consumo de consumo de energia e nutrientes. A análise estatística foi feita através do coeficiente de correlação de Spearman e metodologia descrita por Bland & Altman. RESULTADOS: Foram observadas diferenças entre as gramaturas em relação à medida caseira correspondente para quase todos os alimentos selecionados. Comparando as médias de consumo entre os dois programas, observamos maior correlação entre o consumo de carboidratos (r=0,81 e menor correlação para o consumo de zinco (r=0,52. As médias de consumo de energia e de macronutrientes pelo programa Virtual Nutri foram superiores aos valores obtidos pelo NutWin, enquanto que para o consumo de micronutrientes observamos valores superiores na análise pelo program NutWin. O consumo de vitamina C e retinol revelou diferença reduzida entre os programas. CONCLUSÃO: Os programas selecionados para análise do consumo dietético infantil apresentam diferenças quanto às gramaturas utilizadas, que se refletem através das diferenças na estimava de energia e nutrientes consumidos.OBJECTIVE: To evaluate the agreement between two nutrition software applications frequently used to estimate food intake in children from 6 to 30 months of age. METHODS: One hundred children, from 6 to 30 months, were sampled from 407 children, whose mothers answered a 24-hour recall. Interviews took place in the households. Sizes of portions for the 10 most frequently consumed foods were compared based on both

  12. Agregação familiar e padrões alimentares na população brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábia Albernaz Massarani

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Identificou-se padrões alimentares consumidos no Brasil e a agregação entre pai, mãe e filhos, utilizando o Inquérito Nacional de Alimentação, realizado em 2008/2009 em indivíduos acima de dez anos de idade. O consumo alimentar foi estimado pelo registro alimentar. Os padrões foram identificados por meio de análise fatorial e a agregação familiar dos mesmos foi verificada por regressão linear. Três principais padrões alimentares foram identificados: “lanche tradicional” (1: café, pães, óleos e gorduras, e queijos; “grande refeição tradicional” (2: arroz, feijão e outras leguminosas, e carnes; e “lanches do tipo fast food” (3: sanduíches, carnes processadas, refrigerantes, salgados e pizzas. As maiores associações ocorreram no padrão 2 (β = 0,37 a 0,64. Nos padrões 1 e 3 também foram encontradas associações positivas envolvendo todos os pares, com β variando de 0,27 a 0,44 e de 0,32 a 0,42, respectivamente. O presente estudo evidenciou agregação familiar de padrões de consumo alimentar na população brasileira.

  13. Consumo alimentar de macro e micronutrientes de crianças menores de cinco anos no Estado de Pernambuco, Brasil Dietary intake of macro and micronutrients by children under five years of age in the State of Pernambuco, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristianne Martins Ferreira Fidelis

    2007-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: analisar o consumo alimentar de macro e micronutrientes, com base na Dietary Reference Intakes, das crianças menores de cinco anos do Estado de Pernambuco, considerando três áreas geográficas: Região Metropolitana do Recife, Interior Urbano e Interior Rural. MÉTODOS: a amostra constitui-se de 948 crianças menores de cinco anos de idade, com representatividade para o Estado de Pernambuco e suas três áreas geográficas. O consumo alimentar foi registrado mediante o recordatório de 24 horas e foram analisadas as medianas e prevalências de inadequação dos macro e micronutrientes de acordo com as Dietary Reference Intakes. RESULTADOS: o déficit de energia e micronutrientes mostrou-se prevalente nas crianças, em todas as faixas etárias e áreas geográficas; entretanto, o consumo de proteínas apresentou-se acima dos valores de referência. A prevalência de inadequação dos micronutrientes foi elevada, principalmente de ferro e zinco, nas crianças acima de 12 meses de idade. Os resultados no Interior Rural foram os mais baixos para todos os nutrientes analisados. CONCLUSÕES: o consumo alimentar das crianças do Estado de Pernambuco demonstrou déficit de energia, de macro e micronutrientes. Espera-se que estes resultados possam servir como subsídios para implementação de políticas de nutrição e alimentação no Estado, visando prevenir os principais distúrbios nutricionais em menores de cinco anos.OBJECTIVE: to analyze the food consumption of macro and micronutrients by children under fiver years old in the State of Pernambuco based on the Dietary Reference Intakes, in three geographic areas: Metropolitan Region of Recife, Urban Interior and Rural Interior. METHODS: the sample consisted of 948 children under five years old and was representative for the State of Pernambuco and its three geographic areas. The 24-hour recall method was used to register food consumption. The median and the prevalence of both macro and

  14. Estudo das condições de saúde das crianças do Município de São Paulo, SP (Brasil, 1984/1985: X - Consumo Alimentar A study of children's health in S. Paulo City (Brazil, 1984-1985: X - Food intake

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sophia Cornbluth Szarfarc

    1988-08-01

    Full Text Available Como parte de amplo estudo epidemiológico sobre condições de saúde na infância, uma amostra probabilística de menores de cinco anos residentes no Município de São Paulo (n = 305 foi estudada com relação à adequação nutricional de suas dietas. Através do inquérito recordatorio do consumo alimentar nas últimas 24 horas evidenciou-se que: a a partir de um ano de idade, as dietas tornam-se insuficientes para cobrir as necessidades energéticas de grande parte da população; b em todas as idades, mas particularmente nos primeiros dois anos de vida, o aporte dietético de ferro está muito abaixo das quantidades recomendadas para o consumo do nutriente; c em todas as idades, o aporte de proteína e de vitamina A alcança valores satisfatórios. Tais achados mostraram-se compatíveis com a avaliação clínico-laboratorial do estado nutricional realizada simultaneamente ao inquérito alimentar. A estratificação social da amostra revelou que o nível sócio-econômico familiar influencia fortemente o consumo energético e, de forma menos intensa, o consumo de ferro. Na discussão dos prováveis fatores responsáveis pelos déficits dietéticos encontrados, hipóteses distintas são aventadas para o déficit energético e para o déficit de ferro. No caso do déficit energético, a origem básica do problema pareceria residir no baixo poder aquisitivo da população que condiciona insuficiente disponibilidade de alimentos e ingestão quantitativamente deficiente. No caso do déficit de ferro, a mesma hipótese valeria inteiramente apenas a partir da idade de dois anos. Antes desta idade, fatores relacionados ao desmame precoce e ao atraso na introdução de alimentos ricos em ferro aparentemente seriam mais importantes.As part of a broad epidemiological survey of the health conditions of under-fives, a random sample (n = 305 of children living in S. Paulo city (Brazil was submitted to a 24-hour dietary recall. The main results were: a

  15. Consumo alimentar de escolares das redes pública e privada de ensino em São Luís, Maranhão Food consumption of schoolchildren from private and public schools of São Luis, Maranhão, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Ismael Oliveira da Conceição

    2010-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de 570 escolares de 9 a 16 anos das redes pública e privada de ensino, em São Luís (MA, matriculados da 4ª à 8ª séries, em 2005. MÉTODOS: Os dados de consumo alimentar foram coletados por meio de Inquérito Alimentar Recordatório de 24 horas. O consumo de energia, macronutrientes, vitamina A, vitamina C, ferro e cálcio foram comparados às Dietary Reference Intakes. Considerou-se o número de vezes em que os alimentos apareceram na dieta e o seu agrupamento foi feito de acordo com a proposta da Pirâmide Alimentar Brasileira. O teste do qui-quadrado foi utilizado na análise estatística. RESULTADOS: O baixo consumo de alimentos embutidos (em torno de 6%, o adequado consumo de carnes e ovos (95,9% e a baixa omissão do desjejum (3,2%, almoço (2,2% e jantar (3,1% foram aspectos favoráveis da dieta. Por outro lado, elevado consumo de biscoitos (52,6%, baixo consumo de frutas (52,6% e hortaliças (34,4%, elevado consumo de açúcares e doces (69,4%, óleos e gorduras (65,6%, além do consumo de refrigerantes (25,8% e sucos industrializados (35,8% ter sido maior do que o consumo de sucos naturais (23,4% foram aspectos negativos da dieta. Observou-se consumo insuficiente de energia em 66,3% dos escolares, de lipídeos em 30,2%, de vitamina A em 28,7%, de vitamina C em 59,2% e cálcio em 98,8%. CONCLUSÃO: Estratégias educativas para assegurar a formação de hábitos alimentares saudáveis devem abranger conteúdos comuns e específicos, refletindo diferenças no consumo alimentar de alunos das escolas públicas e privadas.OBJECTIVE: This study assessed the food consumption of 570 students aged 9-16 years, in grades 4-8 in 2005, from public and private schools of São Luís, Maranhão, Brazil. METHODS: Food consumption was determined by the 24-hour recall. Energy, macronutrient, vitamins A and C, iron and calcium intakes were compared with the Dietary Reference Intakes. The number of times each food

  16. MORFOLOGIA E IMUNOISTOQUÍMICA DOS CARCINOMAS DE CÉLULAS ESCAMOSAS ALIMENTARES ASSOCIADOS AO CONSUMO DE Pteridium aquilinum EM BOVINOS

    OpenAIRE

    Eduardo Kenji Masuda

    2007-01-01

    Aspectos morfológicos, incluindo proliferação celular, e imunoistoquímicos de 40 carcinomas de células escamosas (CCEs) do trato alimentar superior de bovinos que consumiram samambaia (Pteridium aquilinum) espontaneamente foram estudados, visando principalmente determinar os fatores que influenciam o comportamento biológico destes neoplamas. Os aspectos analisados incluíram localização anatômica dos CCEs, grau de diferenciação celular, ocorrência e distribuição de metástases, padr...

  17. Comportamento consumidor, hábitos alimentares e consumo de televisão por escolares de Florianópolis

    OpenAIRE

    Fiates,Giovanna Medeiros Rataichesck; Amboni,Renata Dias de Mello Castanho; Evanilda TEIXEIRA

    2008-01-01

    OBJETIVO: Identificar o comportamento consumidor de escolares em relação aos seus hábitos alimentares e a influência da televisão. MÉTODOS: Trata-se de estudo piloto com 57 escolares com idades entre 7 e 10 anos, do ensino fundamental de uma escola particular localizada em Florianópolis (SC). Foi utilizado um questionário, desenvolvido especialmente para a pesquisa, e realizada avaliação antropométrica. Os dados foram analisados utilizando testes de associação (teste Qui-quadrado de Pearson -...

  18. Food frequency consumption and lipoproteins serum levels in the population of an urban area, Brazil Freqüência de consumo alimentar e níveis séricos de lipoproteínas na população de Cotia, SP, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid Fornés

    2000-08-01

    últipla (stepwise forward para LDL-C e HDL-C, ajustados por: idade, sexo, índice de massa corpórea, relação cintura quadril, nível educacional, renda familiar, atividade física, tabagismo e etilismo. RESULTADOS: O consumo de carnes (bovina, suína, aves, vísceras e carnes processadas, leite e derivados e ovos correlacionou-se positiva e significativamente com LDL-C. O consumo de frutas e hortaliças mostraram correlação inversa e significativa. O consumo de: carnes de aves, carnes vermelhas, ovos e leite e derivados foram associados com um aumento na LDL-C de 16,6 mg/dl, 14,5 mg/dl, 11,1 mg/dl, 5,8mg/dl, e 4,6 mg/dl, respectivamente. O aumento no consumo de frutas e hortaliças foi correlacionado com uma redução de 5,2 mg/dl e 5,5 mg/dl nos níveis de LDL-C, respectivamente. O consumo de bebidas alcoólicas se correlacionou positiva e significativamente com a fração HDL-C. CONCLUSÕES: Na população brasileira estudada observou-se que os hábitos alimentares parecem contribuir para as variações na concentração dos lipídios séricos de LDL-C e HDL-C. Redução nos riscos de doenças cardiovasculares podem ser alcançadas por meio de controle dietético.

  19. O enfoque qualitativo na avaliação do consumo alimentar: fundamentos, aplicações e considerações operacionais The qualitative approach in the evaluation of food consumption: fundamentals, applications and operational considerations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Magalhães Bosi

    2011-12-01

    Full Text Available Disputas grosso modo infundadas entre defensores dos enfoques qualitativo e quantitativo têm impedido o reconhecimento dos benefícios das aplicações combinadas de ambos os métodos em um mesmo estudo, ou seja, de uma abordagem multidimensional e integrada. Não obstante, em anos recentes, o campo da Nutrição em Saúde Coletiva vem vivenciando um aumento na condução de estudos orientados não apenas pela mensuração, mas pela combinação de métodos qualitativos e quantitativos. Com efeito, o enfoque qualitativo tem muito a contribuir para a investigação do consumo alimentar, dentre vários outros objetos e temáticas, nas quais sobressai a importância do aprofundamento da compreensão da produção subjetiva, expressa em crenças, atitudes e comportamentos. Este artigo resume a natureza, os fundamentos e a utilidade do enfoque qualitativo em pesquisas no âmbito da alimentação e nutrição, esclarecendo como esses métodos têm sido ou podem ser usados para estudar os complexos problemas que se apresentam nesse campo, circunscrevendo a discussão ao âmbito dos estudos sobre consumo alimentar. A integração de ambos os métodos, qualitativo e quantitativo, mediante a complementaridade metodológica, pode minimizar os limites do emprego de cada enfoque de forma isolada.Unfounded disputes between advocates of qualitative and quantitative approaches have hindered the recognition of the benefits of combined application of both methods in the same study, ie, a multidimensional and integrated approach. Nevertheless, in recent years, the field of Nutrition in Public Health has experienced an increase in conducting studies guided not only by measurement, but by the combination of qualitative and quantitative methods. Indeed, the qualitative approach has much to contribute to research in food consumption, among many other objects and themes, in which stands the importance of deepening the understanding of subjective production, expressed

  20. Caracterização do consumo alimentar, ambiente socioeconômico e estado nutricional de pré-escolares de creches municipais Characteristics of dietary intake, socioeconomic environment and nutritional status of preschoolers at public kindergartens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Gontijo de Castro

    2005-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o consumo alimentar, o ambiente socioeconômico, a freqüência de anemia ferropriva e o estado nutricional de pré-escolares. MÉTODOS: A população estudada constituiu-se de 89 crianças de 24 a 72 meses de idade, assistidas em creches municipais de Viçosa, MG. Foram avaliados: nível de hemoglobina, peso, estatura, presença de parasitose, consumo alimentar dos pré-escolares e o perfil biossocioeconômico de suas famílias. RESULTADOS: O estado nutricional do grupo foi considerado satisfatório, e a prevalência de anemia relativamente baixa (11,2%. Condições adequadas de saneamento, nível razoável de escolaridade dos pais, baixo número de filhos e ausência de parasitas envolvidos com a gênese da anemia podem justificar o perfil observado. Não foi observada associação da anemia ferropriva nem com desnutrição nem com parasitose. CONCLUSÃO: Apesar de alguns fatores biossocioeconômicos apresentarem-se favoráveis ao estado nutricional e à baixa prevalência de anemia, observa-se, entretanto, que a insuficiente renda per capita e a dieta deficiente poderão levar esse grupo de pré-escolares, no futuro, a um pior estado de saúde.OBJECTIVE: To evaluate the dietary intake, the socioeconomic environment, the frequency of iron deficiency anemia, and the preschoolers' nutritional status. METHODS: The evaluated population consisted of 89 children aged 24 to 72 months, who were assisted at the public nursery schools in Viçosa, MG, Brazil. Evaluation was performed for hemoglobin level, body weight, stature, parasites' presence and dietary intake of the children, as well as for their families' biological and socioeconomic profiles. RESULTS: The group's nutritional status was considered satisfactory, and anemia prevalence was relatively low (11.2%. This profile may be justified by the adequate conditions of sanitation, reasonable level of parents' schooling, low numbers of children per family, and absence of parasites

  1. Consumo alimentar e ecologia de populações ribeirinhas em dois ecossistemas amazônicos: um estudo comparativo Food intake and ecology of riverine populations in two Amazonian ecosystems: a comparative analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rui Sérgio Sereni Murrieta

    2008-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este artigo analisa e compara os dados de consumo alimentar de duas populações ribeirinhas da Amazônia vivendo em ecossistemas contrastantes de floresta tropical: a várzea estacional e a floresta de terra firme. MÉTODOS: Foi estudado o consumo alimentar de 11 unidades domésticas na várzea (Ilha de Ituqui, Município de Santarém e 17 na terra firme (Floresta Nacional de Caxiuanã, Municípios de Melgaço e Portel. O método utilizado foi o recordatório de 24 horas. As análises estatísticas foram executadas com o auxílio do programa Statistical Package for Social Sciences 12.0. RESULTADOS: Em ambos os ecossistemas, os resultados confirmam a centralidade do pescado e da mandioca na dieta local. Porém, a contribuição de outros itens alimentares secundários, tais como o açaí (em Caxiuanã e o leite in natura (em Ituqui, também foi significante. Além disso, o açúcar revelou ser uma fonte de energia confiável para enfrentar as flutuações sazonais dos recursos naturais. Parece haver ainda uma maior contribuição energética dos peixes para a dieta de Ituqui, provavelmente em função da maior produtividade dos rios e lagos da várzea em relação à terra firme. Por fim, Ituqui revelou uma maior dependência de itens alimentares comprados, enquanto Caxiuanã mostrou estar ainda bastante vinculada à agricultura e às redes locais de troca. CONCLUSÃO: Além dos resultados confirmarem a importância do pescado e da mandioca, também mostraram que produtos industrializados, como o açúcar, têm um papel importante nas dietas, podendo apontar para tendências no consumo alimentar relacionadas com a atual transição nutricional e com a erosão, em diferentes níveis, dos sistemas de subsistência locais.OBJECTIVE: This article analyses and compares data on household food intake of two Amazonian riverine populations settled in different rain forest ecosystems: terra firme (land not subject to annual flooding forest and

  2. Fatores que afetam o consumo alimentar e a nutrição do idoso Factors that affect the aged people food intake e a nutrição do idoso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Teresa Fialho de Sousa CAMPOS

    2000-12-01

    Full Text Available Os fatores que afetam o consumo alimentar das pessoas idosas são reconhecidos como de risco para o desenvolvimento da má nutrição. Este artigo busca fazer uma revisão abrangente sobre esses fatores, procurando também elucidar as condições de nutrição dos idosos brasileiros. A compreensão desses fatores pelos profissionais de saúde amplia o entendimento das condições peculiares que determinam o estado nutricional do idoso e que devem ser trabalhadas de forma interligada, para manutenção ou restauração da eutrofia.The factors that affect the aged people food intake are recognized as risk for the development of undernourishment. This article aims at providing a general review about these factors, trying to elucidate the conditions of the Brazilian aged people nutrition. The understanding of these factors by the professionals of health enlarges the knowledge of the peculiar conditions which determine the aged people nutritional status, and which should be worked in an interactive way, for the maintenance or restoration of the normal status.

  3. Neoplasias do trato alimentar superior de bovinos associadas ao consumo espontâneo de samambaia (Pteridium aquilinum Neoplasms of the upper digestive tract of cattle associated with spontaneous ingestion of bracken fern (Pteridium aquilinum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marione A. Moreira Souto

    2006-06-01

    Full Text Available Foram estudados 30 bovinos com neoplasias no trato alimentar superior (TAS associadas ao consumo espontâneo de samambaia (Pteridium aquilinum provenientes de 27 propriedades rurais, sendo 23 no município de Jaguari e quatro em Nova Esperança do Sul, Rio Grande do Sul. A população bovina total das 27 propriedades em que ocorreram os casos era de 1.090 bovinos e havia quantidade abundante de samambaia nas áreas de pastoreio dos animais. Vinte e seis bovinos eram vacas e 4 eram machos castrados. A idade variou de 3 a 13 anos, sendo o maior número de casos entre 7 e 8 anos (46,6%. Os sinais clínicos observados incluíram emagrecimento progressivo, atonia ruminal, tosse, disfagia, regurgitação, halitose, diarréia e timpanismo. Outros sinais clínicos menos freqüentes foram apetite seletivo, dispnéia e salivação. Dois bovinos tiveram morte espontânea e 28 foram submetidos à eutanásia em estágios avançados da doença e necropsiados. Os principais achados macroscópicos e histológicos observados nos 30 bovinos localizavam-se nos mesmos locais do TAS e consistiram de papilomas, papilomas em transformação para carcinomas de células escamosas (CCEs e CCEs. Metástases de CCEs para linfonodos regionais e outros órgãos (como fígado e pulmões foram também observadas (18/30. Vinte e nove bovinos tinham papilomas de diversos tamanhos, sendo a quantidade variável entre leve (45%, moderada (38% e acentuada (17%. Nos papilomas examinados microscopicamente, foram observadas três fases de desenvolvimento: a fase de inicial de crescimento, b fase de desenvolvimento, e c fase de regressão. Em 16 bovinos, observou-se a transformação maligna de papilomas em CCEs. Os CCEs eram únicos (12/30 ou múltiplos (18/30 e variaram quanto ao grau de diferenciação celular entre bem, moderadamente ou pouco diferenciados. Quando a distribuição dos CCEs de maior extensão foi agrupada em regiões cranial (base da língua, faringe

  4. Consumo alimentar e controle metabólico em crianças e adolescentes portadores de diabetes melito tipo 1 Food consumption and metabolic control in children and adolescents with type 1 diabetes mellitus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheylle Almeida S Teles

    2011-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a relação entre consumo alimentar e controle metabólico em crianças e adolescentes com diabetes melito tipo 1 (DM1. MÉTODOS: Estudo transversal com 11 crianças e 39 adolescentes com DM1. Coletaram-se dados alimentares (hábitos, três recordatórios de 24 horas - R24h, terapêuticos (insulinoterapia, bioquímicos (índice da hemoglobina glicada - inHbA, glicemias casuais - GLC, pós-prandiais - GLPP e perfil lipídico. Utilizou-se o teste t de Student e a correlação de Pearson, sendo significante pOBJECTIVE: To evaluate the relationship between dietary intake and metabolic control in children and adolescents with type 1 diabetes mellitus (DM1. METHODS: Cross-sectional study with 11 children and 39 adolescents with DM1. The following variabes were collected: meals data (habits, three 24-hour recall - R24h, therapeutic (insulin and biochemical data (index of glycated hemoglobin - inHbA, casual glucose - GLC, post-prandial glucose - GLPP, and lipid profile. Student's t-test and Pearson correlation were applied, being significant p<0.05. RESULTS: Among the studied subjects, consumption of food out of time was identified in 64% and consumption of sugary products in 6%. The parameters included in the lipid profile were adequate in 88% for serum total cholesterol (sCT, in 92% for LDL, in 100% of children and 69% of adolescents for TG and in 82% of children and 84.6% of adolescents for HDL. InHbA was adequate in 64% and GLPP in 18% of the studied population. There was a negative correlation between sCT and carbohydrate intake (r=-0.324; p=0.022 and a positive correlation with lipids intake (r=0.315; p=0.026. CONCLUSIONS: The increased consumption of lipids and the lower carbohydrate intake are correlated with higher levels of sCT.

  5. Fatores associados a sintomas de transtornos alimentares entre escolares da rede pública da cidade do Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thaisy Cristina Honorato Santos Alves

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar prevalência e fatores associados aos sintomas de transtornos alimentares entre escolares. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 365 escolares, de 7 a 14 anos de idade, do ensino fundamental de Salvador/BA. Aplicou-se nos escolares 13 anos de idade, o Teste de Atitudes Alimentares-26, o Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh e o Teste de Imagem Corporal. O Child Behavior Checklist foi aplicado para todos os escolares. Coletaram-se dados antropométricos e alimentares, sobre estilo de vida, demográficos, socioeconômicos e puberais. Na análise estatística utilizou-se regressão de Poisson. RESULTADOS: Sintomas de transtornos alimentares estavam presentes em 23% dos escolares. Idade (RP: 1,25; IC95%: 1,11-1,40, insatisfação com imagem corporal (RP: 4,23; IC95%: 2,53-7,08, problema de comportamento de internalização (RP: 1,78; IC95%: 1,11-2,85, substituição das refeições por consumo de balas (RP: 2,14; IC95%: 1,24-3,69, maior consumo de frutas e outros vegetais (RP: 2,49; IC95%: 1,55-3,99 e escolaridade materna de 5ª a 8ª série (RP: 1,95; IC95%: 1,06-3,58 associaram-se ao aumento da ocorrência dos sintomas de transtornos alimentares. CONCLUSÃO: Observou-se alta prevalência de sintomas de transtornos alimentares entre os escolares; fatores sociodemográficos e comportamentais estavam associados ao evento.

  6. Produtos alimentares tradicionais: hábitos de compra e consumo do mel Traditional alimentary products: purchase habits and honey consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Ribeiro

    2009-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objectivos conhecer o perfil do consumidor do mel e descrever os seus hábitos de consumo e compra. Foi elaborado um estudo quantitativo que teve como base a construção de um questionário, que foi aplicado a 172 indivíduos do Distrito de Bragança. Através da análise descritiva dos dados faz-se a caracterização da amostra e descrevem-se os hábitos de consumo e compra do mel. Participaram neste estudo 172 indivíduos, dos quais 41,9% são do sexo masculino e 58,1% são do sexo feminino. Verificou-se que a esmagadora maioria é consumidor de mel (94,8%, prefere o mel da região porque está mais disponível, é mais saboroso e tem qualidade (70,9%. A principal forma de utilização do mel é combinado com outros alimentos (60,5%, o local preferido para a sua compra é junto do produtor (51,7% e o factor que mais pesa na decisão de compra é o paladar (52,3%.To determine the honey consumer’s profile and to describe purchase and consume habits are the objectives of this study. A cross-sectional survey was carried out in a probabilistic sample including 172 individuals of the Braganza region population. After, a descriptive analyses is done to characterize the sample and purchase and consume habits of the inquiry. In this study participated 172 individuals, of which 41,9% are male and 58,1% are female. It was verified that the smashing majority is honey consumer (94,8%, they prefer the national honey because it is more available, it is tastier, it is quality and it is trustworthy (70,9%. The main form honey use is mixed with other foods (60,5%, the favorite place for the honey purchase is near the producer (51,7% and the most important factor in the purchase decision is the palate (52,3%.

  7. Associação entre comportamento alimentar, consumo de cigarro, drogas e episódios depressivos em adolescentes Association between eating behavior and smoking, use of illicit drugs and depressive episodes in adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliany Piazzon Gomes

    2010-10-01

    Full Text Available Objetivo Identificar a prevalência de sintomas de transtornos alimentares em estudantes do sexo feminino matriculadas no ensino fundamental da rede estadual do município de Toledo (PR, bem como relacionar esses sintomas com o hábito de fumar, o uso de drogas e episódios depressivos. Métodos Foram utilizados os instrumentos Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo, com escala de sintoma e gravidade, e o Eating Attitudes Test-26, acrescido de perguntas sobre tabagismo, uso de drogas e episódios depressivos. A amostra constituiu-se de cerca de 300 estudantes do sexo feminino, na faixa etária entre 10 e 15 anos. Resultados Os resultados demonstraram que as estudantes apresentaram prevalências de sintomas de transtornos alimentares na ordem de 4,2% para a escala Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo e 3,6% para o Eating Attitudes Test-26. A prevalência de consumo de cigarro foi de 4,2%, do uso de drogas, 4,9% e de episódios depressivos, 10,7%. Observaram-se associações significativas entre episódios depressivos e os seguintes parâmetros: Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de sintomas (p=0,04 e Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de gravidade (p=0,02. Os hábitos de fumar (p=0,01 e de usar drogas (p=0,04 também apresentaram associação com Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo - escala de sintomas. Conclusão Verificou-se nas estudantes deste estudo elevada probabilidade de desenvolver comportamentos de risco, tais como transtornos alimentares e episódios depressivos.Objective The goal of this study was to identify the prevalence of symptoms of eating disorders in female students enrolled in state elementary schools and investigate a possible association between these eating disorders and smoking, illicit drug use and depressive episodes. Methods The Bulimic Investigatory Test of Edinburgh with symptom and severity scales and the Eating Attitudes Test - 26 with

  8. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil Vitamin and mineral intake of adults resident in an area of metropolitan S. Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Velásquez-Meléndez

    1997-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p OBJECTIVE: The objective of the study is to quantify mineral and vitamin concentration in habitual diet of adults of between 20 and 88 years of age. A dietary survey was carried out between 1990-1991 as a part of the cross-sectional study: `'Atherosclerotic cardiovascular disease, lipemic disorders, hypertension, obesity and diabetes mellitus in a population of the metropolitan area of S. Paulo, Brazil". MATERIAL AND METHOD: The vitamin and mineral intake was examined in relation to age and sex using dietary intake based on the diet history method. Data were obtained from a sub-sample of 548 individuals. RESULTS AND CONCLUSION: In general, it was observed that the respective intakes of thiamin, riboflavin, niacin, calcium and iron were more concentrated in the men's diet than in that of the women (p < 0.001. There are no statistical differences in the intake of vitamin A and vitamin C by sex. Elderly persons presented a lower intake of vitamins and minerals than did younger people. The intake of vitamin C had no association with age. This cross-sectional study showed that the habitual diet of the

  9. Consumo alimentar de Chrysoperla externa sobre as diferentes fases de desenvolvimento de Dysmicoccus brevipes, em laboratório Food consumption of Chrysoperla externa in different developmental phases of Dysmicoccus brevipes, under laboratory conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia Rodrigues Gonçalves-Gervásio

    2001-02-01

    Full Text Available Estudou-se o consumo e preferência alimentar de larvas de Chrysoperla externa Hagen, 1861 (Neuroptera: Chrysopidae em laboratório à temperatura de 25±2°C, 70±10% UR e 12 horas de fotofase, utilizando como presa a cochonilha-do-abacaxi (Dysmicoccus brevipes Cockerell, 1893, Hemiptera: Pseudococcidae. Durante a fase larval do predador foram consumidas, em média, 70, 50 e 15,8 cochonilhas do primeiro, segundo e terceiro ínstar, respectivamente, e 10 fêmeas adultas, num total de 145,8 indivíduos. Do número total de cochonilhas, 51% foram consumidos durante o terceiro ínstar do predador. O alto número de cochonilhas consumido demonstra que a C. externa apresenta potencial para ser utilizada no controle biológico da cochonilha D. brevipes.The food consumption and preference of larvae of Chrysoperla externa Hagen, 1861 (Neuroptera: Chrysopidae larval were studied in laboratory under 25±2°C, 70±10% RH and 12 hours photophase, utilizing the pineapple mealybug (Dysmicoccus brevipes Cockerell, 1893, Hemiptera: Pseudococcidae as a prey. The results showed that the predator's larval phases consumed on average of 70, 50 and 15,8 mealybugs of the first, second and third instar, respectively, and 10 adult females amounting to 145,8 individuals. It was noticed that 51% of the total number of mealybugs were consumed during the predator third instar. The high number of mealybugs consumed shows that C. externa presents a potential to be utilized in biological control of the mealybug D. brevipes.

  10. HIPERSENSIBILIDADE ALIMENTAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    AURELUCE DEMONTE

    2007-01-01

    Full Text Available Uma grande multiplicidade de fatores caracteriza o tópico hipersensibilidade alimentar. Pela análise da literatura compilada fatores nutricionais, imunológicos e estereoquímicos interagem no quadro clínico de reações adversas, que incluem o envolvimento cutâneo (urticária, exantema, gastrointestinal (náuseas, vômitos, diarréia e respiratório (broncoespasmo, rinite. Estudos da capacidade imunogênica de preparações protéicas, química de proteínas e vias de administração para suporte nutricional devem ser incentivados, para que possa haver resoluções clínicas efetivas para alergias alimentares.

  11. Estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes da rede pública de ensino da cidade de São Mateus do Sul, Paraná, Brasil The nutritional status and dietary intake of adolescents in public schools in the city of São Mateus do Sul, in the State of Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Labronici Bertin

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: caracterizar o estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes da rede pública de ensino de São Mateus do Sul, Paraná, Brasil. MÉTODOS: o Índice de Massa Corporal foi calculado e classificado pela proposta da Organização Mundial da Saúde. O consumo alimentar foi obtido pelo Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar. Foi utilizada análise descritiva, de freqüência e teste t de Student com pOBJECTIVES: to characterize the nutritional status and dietary intake of adolescents attending public schools in the city of São Mateus do Sul, in the State of Paraná, Brazil. METHODS: the Body Mass Index was calculated and classified as proposed by the World Health Organization. Dietary intake was calculated using the Survey of Consumer Food Frequency. Analysis was carried out using descriptive and frequency analysis, and Student's t test with p<0.05. RESULTS: most individuals presented a normal nutritional status (84% being eutrophic, 12% overweight/obese and 4% underweight. The diet was characterized by adequate energy intake, with a distribution of nutrients in accordance with recommendations and higher in boys than in girls. Ninety percent of the adolescents had an excessive intake of fatty acids. There was adequate intake of vitamin C (287 mg and 328 mg for boys and girls respectively and iron (27 and 21 mg respectively. The consumption of iron differed significantly between the genders (t=3.765; p<0.001. CONCLUSIONS: the abnormalities found in dietary intake demonstrate the need for better understanding and evaluation of the type of food offered to students, as a way of developing strategies for intervention both within and outside of schools, and of helping prevent health problems related to nutrition.

  12. Efeito pátina: a inscrição de signos conotativos da passagem do tempo nos bens de consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor de Almeida

    2008-10-01

    Full Text Available Este estudo propõe a retomada da discussão da “pátina” como propriedade física e simbólica da cultura material, capaz de categorizar, classificar e legitimar status por meio de bens de consumo. Utilizou-se a abordagem interpretativa e a técnica de observação para investigar a presença de evidências da inscrição de signos conotativos da passagem do tempo nos elementos de comunicação e apresentação dos bens de consumo. Os resultados do estudo mostram como o “efeito pátina” se faz presente no marketing da categoria de produtos estudada. Palavras-chave: Pátina; consumo; marca; status; identidade. Abstract This paper aims to revisit the discussion of “patina” as both physical and symbolic properties in material culture, thus used to categorize, classify, and legitimate status by means of consumer products. The interpretative method based on observation techniques was used to explore evidences of the inscription of connotative signs of time in those elements used to communicate and to present consumer goods. Results show how the “patina effect” occurs in the marketing of the product category studied. Keywords: Patina; consumption; brand; status; identity.

  13. Oferta alimentar de máquinas de venda automática nos serviços de saúde : Monografia : Food supply of vending machines in health services

    OpenAIRE

    Ferreira, Carolina Alexandra Gomes

    2009-01-01

    Resumo da tese: As Máquinas de venda automática de alimentos estão cada vez mais presentes nos serviços públicos, verificando-se já a sua existência nos serviços de Saúde. Estas máquinas são muitas vezes, fornecedoras de alimentos e bebidas de elevada densidade energética, ou seja, com elevado teor de gordura, açúcar e sal. Existem diversos estudos direccionados para as escolas, com o objecto de diminuir a oferta alimentar de elevada densidade energética destas, nomeadamente nas máquinas de v...

  14. Qualidade da carcaça de suínos em terminação alimentados com diferentes níveis de restrição alimentar e de energia na dieta

    OpenAIRE

    Barbosa H.C.A.; Vieira A.A.; Almeida F.Q.; Teixeira Z.S.; de Souza R. M.; Campos J.F.

    2003-01-01

    O trabalho objetivou avaliar quatro níveis de restrição alimentar (RA) (0, 5, 10 e 15%) e dois níveis de energia líquida (EL) na dieta (2.083 e 2.252kcal EL/kg de ração) sobre as características de carcaça de suínos na fase de terminação. Foram utilizados 48 suínos Dalland, 24 machos castrados e 24 fêmeas, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso em arranjo fatorial 4´ 2´ 2 (nível de restrição x nível de energia ´ sexo). Foram avaliados: peso da carcaça quente, comprimento...

  15. Consumo alimentar e estado nutricional de crianças atendidas em serviços públicos de saúde do município de Viçosa, Minas Gerais Food consumption and nutritional profile of children seen in public health services of Viçosa, Minas Gerais, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Augusta Monteiro Cavalcante

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar e o estado nutricional de 174 crianças, entre 12 e 35 meses de idade, atendidas na rede pública de saúde de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. MÉTODOS: O consumo alimentar foi investigado por meio de dois inquéritos dietéticos (recordatório 24 horas e questionário de freqüência de consumo alimentar. O estado nutricional foi avaliado pelos índices antropométricos peso/idade, peso/estatura e estatura/idade, e associado ao consumo alimentar. Utilizou-se o Teste "t" Student para comparar médias, Teste chi2 para verificar associação entre variáveis e Odds Ratio para avaliar fatores de risco envolvidos na ocorrência de déficits nutricionais (pOBJECTIVE: To assess the food consumption and the nutritional status of 174 children, ages between 12 and 35 months seen in the public health services of the municipality of Viçosa, Minas Gerais, Brazil. METHODS: Two questionnaires were applied to collect the dietary data (24-hour recall and food frequency questionnaire. The nutritional status was determined by using anthropometric indices of weight/age, weight/stature and stature/age, and associated with food consumption. The Student's "t" test was used for comparing means, the chi-square test to verify associations between variables and the Odds Ratio to determine the risk factors involved in the occurrence of nutritional deficiencies (p<0.05. RESULTS: The medium amount of energy consumed exceeded the recommendation for both genders (p<0.0001. The usual intake of energy and nutrients was statistically significant and higher for boys than for girls (p<0.0001 exception being made for vitamin C. Inadequacy prevalence was observed for the vitamins A and C (96.6% and 36.8% and the minerals iron and zinc (13.2% and 99.4%. Malnutrition prevalence was found for weight/age (13.2%, weight/stature (13.8% and stature/age (4.0%. Positive association was found between nutritional deficiencies and food consumption

  16. Test post-weaning duration for performance, feed intake and feed efficiency in Nellore cattle Duração do período de avaliação pós-desmame para medidas de desempenho, consumo e eficiência alimentar em bovinos da raça Nelore

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Michel de Castilhos

    2011-02-01

    Full Text Available This study was conducted to determine optimum test duration for measuring performance, feed intake and feed efficiency. Sixty young Nellore bulls were submitted to feeding performance test and fed in individual pens to determine feed intake and performance over 112 days. Body weight was determined every 28 days, after fasting of water and feed for 16 hours. Changes in variance, relative variance and Pearson and Spearman correlations among data from shortened test periods (28, 56 and 84 days and full test period (112 days were used to determine optimum test duration. Test duration for average daily gain, dry matter intake, feed:gain ratio and residual feed intake could be shortened to 84, 28, 84 and 84 days, respectively, without reducing significantly the reliability of measurements for animals fed in individual pens.O objetivo neste estudo foi determinar o melhor período de avaliação para medidas de desempenho, consumo e eficiência alimentar. Durante 112 dias, 60 machos da raça Nelore, recém-desmamados, submetidos à prova de ganho de peso, foram alimentados em baias individuais para determinação do consumo alimentar e do desempenho. O peso corporal dos animais foi determinado a cada 28 dias, depois de jejum de 16 horas de líquidos e sólidos. As alterações na variância, variância relativa e correlações de Pearson e Spearman entre os dados dos períodos de avaliação reduzidos (28, 56 e 84 dias e período total (112 dias foram usados para determinar a melhor duração do período de avaliação. A duração do período de avaliação para ganho médio diário, consumo de matéria seca, conversão alimentar e consumo alimentar residual pode ser reduzida para 84, 28, 84 e 84 dias, respectivamente, pois tal redução não diminui significativamente a confiabilidade das avaliações em animais alimentados em baias individuais.

  17. Consumo alimentar de crianças e adolescentes com disfagia decorrente de estenose de esôfago: avaliação com base na pirâmide alimentar brasileira Food consumption by children and adolescent with dysphagia due to esophageal stricture: assessment based on the Brazilian food guide pyramid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Marciano

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar de pacientes com disfagia decorrente de estenose de esôfago, comparando a dieta de consistência líquida com a dieta de consistência pastosa e sólida, com base na Pirâmide Alimentar Brasileira. MÉTODOS: Estudo de corte transversal, no qual foram incluídos consecutivamente 31 pacientes com estenose esofágica, sendo 18 (58,0% cáustica, 7 (22,6% pós-cirúrgica, 3 (9,7% péptica e 3 (9,7% sem causa definida. Empregou-se o recordatório de 24 horas; os alimentos foram transformados em porções em função dos oito grupos de alimentos, conforme recomendado por Philippi. Utilizou-se o teste Kruskal-Wallis e Exato de Fisher, fixando em 5% o nível de rejeição da hipótese de nulidade. RESULTADOS: A idade variou entre 15 e 176 meses (mediana, 56 meses, sendo 28 crianças e três adolescentes, e 18 do sexo masculino. Vinte e nove pacientes (93,5% apresentavam disfagia, sendo grave em 34,4% (10/29, moderada em 41,3% (12/29, e leve em 24,1% (7/29. O consumo mediano de porções de cereais, leguminosas, e óleos e gorduras foi menor no grupo com dieta líquida (pOBJECTIVE: This study assessed food intake by patients with dysphagia due to esophageal stricture and compared liquid, soft and solid diets based on the Brazilian Food guide pyramid. METHODS: This cross-sectional study consecutively included 31 patients with esophageal stricture, of which 18 (58.0% were caustic, 7 (22.6% were postoperative, 3 (9.7% were peptic and 3 (9.7% were of unknown etiology. The 24-hour dietary recall was used and the foods were converted into servings according to the eight food groups, as recommended by Philippi. The Kruskal-Wallis and Fisher's Exact Test were used and the significance level was set at 5%. RESULTS: The ages of the patients varied from 15 to 176 months (median: 56 months. There were 28 children and 3 adolescents, of which 28 were males. Twenty-nine patients (93.5% presented dysphagia, of which 34.4% (10

  18. Modificações nos padrões de consumo de psicofármacos em localidade do Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Maria Aparecida P

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a prevalência e padrão de consumo de psicofármacos pela população e comparar esses resultados com outro estudo de 1994. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, com 3.542 indivíduos de 15 anos ou mais, residentes na zona urbana de Pelotas em 2003. Os dados referentes ao consumo de duas semanas foram coletados em entrevistas domiciliares, utilizando um questionário idêntico ao utilizado em 1994. As variáveis estudadas foram: idade, sexo, cor da pele, situação conjugal, renda familiar, escolaridade, tabagismo, diagnóstico médico de hipertensão e consulta médica nos últimos três meses. Na análise bivariada, utilizou-se teste de qui-quadrado de Pearson e de tendência linear. A análise multivariada foi composta por quatro níveis. RESULTADOS: A prevalência de consumo de psicofármacos foi de 9,9% (IC 95%: 8,9-10,9. Ao comparar as prevalências padronizadas por idade, não houve diferença significativa em relação à prevalência observada em 1994. O maior consumo de psicofármacos associou-se significativamente a: ser do sexo feminino, o aumento da idade, o diagnóstico médico de hipertensão e a utilização de serviços médicos. Dos entrevistados, 74% dos usuários estavam utilizando psicofármacos há mais de três meses. CONCLUSÕES: Após uma década, a prevalência permanece alta, porém o consumo de psicofármacos não aumentou. Os achados sugerem a importância da indicação adequada dos psicofármacos e do acompanhamento médico regular desses usuários, dada a associação encontrada entre as consultas e o consumo.

  19. Associação entre diagnóstico de síndrome de ovários policísticos, estado nutricional e consumo alimentar em mulheres em idade fértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiula Aparecida Brugge

    2017-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar parâmetros da síndrome pré-menstrual (SPM de mulheres em idade fértil com e sem diagnóstico de SOP. Estudo transversal realizado por meio de um questionário contendo informações sociodemográficas, sintomas relacionados à SPM, dados antropométricos, de consumo alimentar e do diagnóstico clínico dicotomizado de SOP. Os resultados foram tabulados no Microsoft Excel® no programa estatístico SPSS 20.0. A pesquisa contou com a participação de 42 universitárias, selecionadas aleatoriamente, com idade média observada de 25,29 ± 6,56 anos. De acordo com o Índice de Massa Corporal 71,4% (n=30 estavam eutróficas. Quanto a presença de diagnóstico de SOP 50% (9n=21 apresentavam a síndrome e 71,4% (n=30 destas relataram utilizar contraceptivo oral. Observa-se no estudo, significância estatística (p<0,05 entre a insatisfação da imagem corporal das universitárias com e sem SOP, sendo esta insatisfação maior entre as que não possuem SOP. Durante o período menstrual observou-se maior consumo de cereais (95,5%, gorduras (71,4% e chocolates (52,4% pelas participantes que apresentam a SOP e de cereais (90,5%, hortaliças (66,7% e gorduras (61,9% consumidos pelas universitárias sem SOP. Nota-se relação positiva na presença de sintomas comuns na SOP que produz depressão, instabilidade emocional, dificuldade de concentração, dores de cabeça, edema e aumento de sono. Além de um maior consumo de alimentos mais calóricos especialmente o chocolate. ABSTRACT Association between polycystic ovary syndrome diagnosis, nutritional status and food consumption in fertile age women The aim of the study was to compare parameters of premenstrual syndrome (PMS in women of childbearing age with and without a diagnosis of PCOS. Cross-sectional study using a questionnaire containing demographic information, symptoms related to PMS, anthropometric data, food consumption and dichotomized clinical diagnosis of

  20. Segurança alimentar e nutricional: a produção do conhecimento com ênfase nos aspectos da cultura Feeding and nutritional security: the construction of knowledge with emphasis on cultural aspects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria do Carmo Soares de Freitas

    2007-02-01

    Full Text Available Este ensaio sobre segurança alimentar e nutricional tem como objetivos enfatizar a importância dos aspectos culturais para avaliar políticas de alimentação e nutrição, e contribuir com o debate nos centros de ensino interessados em pesquisas sobre o tema. A estrutura desse objeto envolve diversas disciplinas, inclusive as que se referem ao direito e à cultura. Fez-se a revisão da bibliografia pertinente para contextualizar a problemática da segurança alimentar e nutricional nas esferas macro e micro social. Também, foram analisados documentos oficiais e realizadas reflexões a partir de estudos antropológicos e exemplos de situações interligadas ao assunto, na expectativa de sedimentar algumas noções conceituais que contemplem aspectos da cultura, para enriquecer a avaliação de políticas sociais sobre segurança alimentar e nutricional. Destacou-se a abordagem antropológica para desvendar os significados da fome crônica, um dos efeitos mais perversos da insegurança alimentar. Concluiu-se que a compreensão dos aspectos culturais cria uma nova perspectiva analítica para estudos da eficácia da segurança alimentar e nutricional, para além do campo explicativo e normativo do modelo biomédico.This essay on food safety stresses the importance of cultural aspects in assessing food and nutrition policies. It thus intends to contribute to topic discussions in educational centers interested in research on this issue. Such an objective involves various disciplines, including those concerned with law and culture. A bibliographical review was carried out in order to contextualize food and nutritional safety problems within the macro and micro-social spheres. Anthropological studies, the analysis of official documents and sample situations related to the subject were considered in an attempt to strengthen concepts comprising cultural aspects in order to improve the evaluation of social policies on nutritional and food safety. The

  1. Interferência da disfagia orofaríngea no consumo alimentar de indivíduos com mucopolissacaridose II Interference of oropharyngeal dysphagia in food consumption in patients with mucopolysaccharidosis II

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Rocha Gomes Ferreira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: o presente estudo visou relacionar o grau de disfagia com o consumo alimentar de indivíduos com mucopolissacaridose II (MPS II. MÉTODO: foram incluídos indivíduos com MPS II do departamento de genética da Universidade Estadual de Alagoas e excluídos aqueles com outros tipos de mucopolissacaridoses, bem como que estivessem em uso de via alternativa de alimentação. Realizadas avaliações antropométrica, dietética, fonoaudiológica para disfagia, clínica otorrinolaringológica e a videoendoscopia da deglutição. RESULTADOS: foram estudados 07 indivíduos, do gênero masculino, entre 5 e 14 anos de idade, dos quais mais de 50% faziam uso de anti-hipertensivo e 42,8% manifestavam a forma grave da doença. Seis deles apresentaram déficit de altura/ idade e mais de 70% encontravam-se obesos segundo o Índice de Massa Corporal (IMC. Foi observada disfagia em cinco deles, com média diária de consumo calórico de 920,15 ± 244,09 calorias, contra 1264,94 ± 106,85 calorias para aqueles sem disfagia, com variação intra-individual significativamente maior no grupo de portadores de disfagia (p PURPOSE: this study aimed to relate the degree of dysphagia and food consumption of individuals with mucopolysaccharidosis II (MPS II. METHOD: it was included individuals with MPS II of the genetics department at the State University of Alagoas and excluded those with other types of mucopolysaccharidosis and in use of alternative way of supply. There were performed anthropometric, dietetic, speech therapy for dysphagia,clinical evaluation and otorrinolarigologic videoendoscopy swallowing. RESULTS: there were studied 07 individuals, male, between 5 and 14 years old: from them, more than 50% were taking anti-hypertensive and 42.8% had the severe form of disease. Six had serious deficit height / age and over 70% were obese according to Body Mass Index (BMI. Dysphagia was observed in five subjects, with daily average caloric intake 920.15 ± 244

  2. Quais os suplementos alimentares mais utilizados?

    OpenAIRE

    Alex Bisotto Ferreira; Valderi Abreu de Lima; William Cordeiro de Souza; Luis Paulo Gomes Mascarenhas; Neiva Leite

    2016-01-01

    O consumo de suplementos alimentares tem sido muito utilizado e difundido por praticantes de atividade física, em especial a musculação por pessoas com objetivos de melhora em desempenho, redução de gordura corporal, aumento de massa muscular entre outros. Esta pesquisa tem como objetivo revisar sobre quais os suplementos alimentares são utilizados na atualidade, e destacar o mais utilizado. A fonte dos dados é uma pesquisa bibliográfica realizada em média dos últimos 15 anos, foram examinado...

  3. O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE ÁGUA MINERAL: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE AS VARIÁVEIS QUE INFLUENCIAM O CONSUMO.

    OpenAIRE

    Anonymous

    2006-01-01

    A água mineral foi o produto que mais apresentou crescimento em consumo entre as famílias brasileiras nos últimos trinta anos, ultrapassando 0,320 litros per capita/ano em 1974/1975 e alcançando a marca de 18,541 litros em 2002/2003. Dentre os produtos de maior consumo alimentar, somente o leite fica à frente da água mineral. No âmbito mundial, o consumo de água envasada deverá continuar crescendo nos próximos anos, passando de um volume de 155 bilhões de litros em 2003 para 206 bilhões em 20...

  4. Um estudo sobre os significados de consumo associados ao corpo feminino em peças publicitárias de suplementos alimentares A study on the meanings of consumption associated to the female body on dietary supplements' ads

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Felipe Rammelt Sauerbronn

    2011-04-01

    Full Text Available O presente artigo buscou analisar os significados atribuídos aos corpos femininos e transferidos através de propagandas de suplementos alimentares. O corpo se transformou em objeto de pesquisa de pesquisadores interessados em explorar a construção de significados de consumo de diversas áreas. Sua expressão como mercadoria já foi apontada por pesquisadores como Malysse 2007 que propôs a objetificação do corpo e Goldenberg 2007 que construiu o conceito de corpo como capital. Segundo MacCracken 2003 , a publicidade atua na transferência de significados, desde o mundo culturalmente constituído até os indivíduos. As nove peças publicitárias coletadas foram analisadas com base no método de análise do discurso publicitário proposto por Pinto 2002 . As funções de mostração construção do universo do discurso , de interação estabelecimento de vínculos socioculturais e de sedução distribuição de afetos positivos e negativos serviram como direção para que os pesquisadores buscassem compreender as formas de transferência de significado do corpo feminino através das peças publicitárias de suplementos alimentares. Alguns componentes do discurso publicitário foram comuns a todas as peças coletadas e evidenciaram o corpo como um objeto que pode ser modificado, ter suas medidas alteradas a partir do que é transmitido como desejável um corpo sem gordura, magro e firme . Entretanto, puderam ser diferenciadas quatro categorias de discurso de transferência de significado do corpo. A primeira categoria de peças publicitárias coloca o corpo como objeto de poder e o supervaloriza como objeto. Nessa categoria, a interação com os indivíduos é baseada no status que o corpo pode oferecer ao sujeito e as emoções envolvidas tratam de elevar a auto-estima do indivíduo. A segunda categoria congrega peças publicitárias que apresentam o corpo como local da ação do produto. A interação, nesse caso, é baseada em técnica e

  5. O impacto da relação mãe-filha no desenvolvimento da autoestima e nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Sopezki

    2008-12-01

    Full Text Available Nesse artigo dois fatores de risco para os transtornos alimentares são analisados, bem como sua inter-relação contribuinte no desenvolvimento e manutenção da anorexia nervosa e da bulimia nervosa, em mulheres: a relação mãe-filha e a autoestima. Entre as necessidades humanas está a de estima, ou seja, a necessidade de autoestima e estima por parte dos outros. As mães tendem a vivenciar suas filhas mulheres como menos separadas delas, devido a componentes narcisistas que prevalecem nesta dupla como identificação e simbiose. No caso das mulheres com transtornos alimentares algo se inverteu no processo de interação entre mãe-filha prejudicando o vínculo entre elas. A formação da adequada autoestima depende profundamente do olhar amoroso de apreciação por uma pessoa significativa, a mãe, porque nunca é com seus próprios olhos que a criança se vê, mas sempre com os olhos do outro. O ver-se numa identificação com esse olhar dirigido para si constitui o narcisismo, a sua própria autoestima e dependendo do tipo de apego existente entre essa dupla, a autoestima da filha terá nuances diferenciadas.   Palavras-chave: transtornos alimentares; vínculo mãe-filha; autoestima.

  6. Análise nutricional e complementação alimentar de cesta básica derivada do consumo Nutritional analysis and complementation of a food basket derived of the consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sérgio A. J. Barretto

    1998-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A "cesta básica Dieese e Procon", originada de uma Pesquisa de Padrão de Vida e Emprego no Município de São Paulo, tem sido empregada como parâmetro para o acompanhamento de preços. Seria desejável que um instrumento econômico, utilizado com esta finalidade, correspondesse também a uma nutrição efetivamente saudável. Assim, foram analisados os níveis de adequação dos itens alimentares da cesta básica em relação às necessidades nutricionais de uma família-referência paulistana, e propostas técnicas de complementação dietética para sanar possíveis deficiências ou desbalanceamento. METODOLOGIA: Utilizou-se o Censo Demográfico do IBGE, de 1991, para se determinar a família-referência; adotaram-se dois terços das "Recommended Dietary Allowances" como parâmetro de necessidades nutricionais; e utilizou-se das tabelas de composição centesimal para verificação do aporte de nutrientes da cesta básica. Efetuou-se a complementação alimentar por meio de três diferentes métodos: Ad Hoc (proposta direta e fixa, Programação Linear (proposta via computador e sazonal, com ênfase na minimização de custos, Híbrido (uma combinação dos dois anteriores. RESULTADOS: Foram encontrados valores insuficientes para as vitaminas A, C, B2 e B6 e para os minerais Ca, Mg, Fe, Zn, I e Se; o percentual de lipídios no total calórico mostrou-se elevado. Entre as técnicas de complementação, o método Híbrido pareceu assimilar, mais eficientemente, os baixos custos e os hábitos dietéticos. DISCUSSÃO: Inferiu-se uma eventual correspondência entre os problemas nutricionais detectados na relação de itens da cesta básica e a chamada transição alimentar que se processa nos países em desenvolvimento. Não parece aconselhável que os riscos epidemiológicos associados a essa alteração nos padrões dietéticos sejam incorporados num instrumento econômico que tenha por finalidade mensurar os preços de uma

  7. Consumo alimentar e anticonsumismo: veganos e freeganos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Abonizio

    2013-01-01

    Full Text Available This article analyzes veganism and freeganism as life styles made possible provided by consumer society. Considering consumption as a dynamic system of world classification, I notice that such movements, by proposing an “anti-consumerist consumption”, act as a counterculture in relation to the society that enabled their emergence.

  8. Avaliação do consumo alimentar em creches públicas em São Paulo, Brasil Evaluación del consumo alimentar en guarderías públicas en São Paulo, Brasil Evaluation of food consumption at public day care centers in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Longo-Silva

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo energético e a adequação da dieta de crianças frequentadoras de berçários de creches públicas e filantrópicas no município de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal em 16 berçários, frequentados por 236 crianças com idades entre 12 e 29 meses. A coleta dos dados foi realizada pelo método de pesagem direta durante três dias não consecutivos. Para o cálculo nutricional, foi utilizado o software DietWin Profissional 2.0®, sendo posteriormente calculada a adequação do consumo de energia, proteína, ferro, vitamina A e vitamina C. Para o cálculo de proteína, ferro, vitamina A e C, foi utilizada como referência a necessidade média estimada (Estimated Average Requiremen do National Research Council (2002. O cálcio foi avaliado pela ingestão adequada (Adequate Intake, 1999. A avaliação da ingestão de energia foi realizada com base na necessidade energética estimada (Estimated Energy Requirement, 2002. Os dados foram analisados no programa Epi-Info 2000, versão 3.4.3. RESULTADOS: Foram identificados déficits médios para energia (49,78%, ferro (81,67%, cálcio (57,44%, excessos de proteína (183,27% e vitaminas A (126,86% e C (57,44%. A distribuição dos percentuais de adequação dos macronutrientes mostrou-se inadequada para lipídeos. CONCLUSÕES: Embora os cardápios servidos em creches sejam planejados por nutricionistas, os resultados apontam possíveis falhas no processo da alimentação infantil relacionadas à preparação, porcionamento e/ou práticas de oferta dos alimentos. Tais achados reforçam a necessidade de ações de educação e supervisão em saúde para garantir o fornecimento de alimentação adequada a este grupo populacional.OBJETIVO: Evaluar el consumo energético y la adecuación de la dieta de niños frecuentadores de guarderías públicas y filantrópicas en el municipio de São Paulo. MÉTODOS: Estudio transversal en 16 nidos, frecuentados por 236 niños con

  9. Fibra alimentar: composição, métodos e implicações alimentares

    OpenAIRE

    Mineiro, Soraia Andreia Lírio

    2014-01-01

    A fibra alimentar é uma entidade complexa e um conceito ainda pouco claro para a maioria das pessoas. O termo foi primeiramente introduzido por Hisplay em 1953 e desde então a definição de fibra alimentar têm vindo a evoluir até aos dias de hoje. Atualmente é definida como um conjunto de substâncias que resiste à digestão, e cujo consumo surte efeitos benéficos na saúde humana. O presente trabalho dá a conhecer a história evolutiva da fibra alimentar, natureza dos seus constituintes, as metod...

  10. Consumo alimentar na gestação e no pós-parto segundo cor da pele no município do Rio de Janeiro Food intake during pregnancy and postpartum according to skin color in Rio de Janeiro, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Maria de Aquino Lacerda

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o consumo alimentar durante a gestação e pós-parto, segundo cor da pele. MÉTODOS: Estudo longitudinal prospectivo que incluiu 467 mulheres entre 15 e 45 anos no período pós-parto, no município do Rio de Janeiro, entre 1999 e 2001. Foi aplicado um questionário de freqüência de consumo de alimentos aos 15 dias pós-parto (consumo referente ao período da gestação e aos seis meses (consumo referente ao período pós-parto. Foi utilizada análise de covariância para analisar diferenças no consumo alimentar, segundo cor da pele, controlada pela escolaridade. RESULTADOS: Durante a gestação, pretas e pardas apresentaram consumo de energia 13,4% e 9,1% (p=0,009 e p=0,028 e consumo de carboidrato 15,1% e 10,5% maior que brancas (p=0,005 e p=0,014, respectivamente. Mulheres pretas e brancas apresentaram consumo energético 34% e 20% acima das recomendações nutricionais, respectivamente (p=0,035. Durante o período pós-parto, as pretas apresentaram consumo de energia 7,7% maior e consumo de lipídios 14,8% maior que as brancas; consumo de ácidos graxos saturados 23,8% maior que brancas (p=0,003 e 13% maior que pardas (p=0,046. A adequação de consumo de lipídios e ácidos graxos saturados foi maior em pretas que em brancas (p=0,024 e p=0,011, respectivamente. CONCLUSÕES: Os resultados mostram ser necessário revisar estratégias de intervenção nutricional no pré-natal e implementar assistência nutricional no pós-parto, para ajustar o consumo alimentar a níveis adequados, considerando as diferenças por cor/raça identificadas.OBJECTIVE: To assess dietary intake during pregnancy and postpartum according to skin color. METHODS: A longitudinal prospective study was carried out comprising 467 postpartum women aged between 15-45 years in the city of Rio de Janeiro, Southeastern Brazil, in 1999-2001. A food frequency questionnaire was administered at two weeks postpartum (intake covering the pregnancy period and at

  11. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007 Cambios en el consumo alimentario y actividad física de escolares de Florianópolis, Sur de Brasil, 2002-2007 Changes in food consumption and physical activity in schoolchildren of Florianópolis, Southern Brazil, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p OBJETIVO: Evaluar el cambio en cinco años de consumo alimentario y nivel de actividad física en escolares. MÉTODOS: Estudio con muestra representativa (n=4.168 de escolares de siete a diez años de Florianópolis, Sur de Brasil. Medidas de consumo alimentario y actividad física fueron realizadas en dos estudios de base escolar en 2002 (n=2.936; 51% niños; edad promedio

  12. Mudanças no consumo alimentar e atividade física de escolares de Florianópolis, SC, 2002 - 2007 Cambios en el consumo alimentario y actividad física de escolares de Florianópolis, Sur de Brasil, 2002-2007 Changes in food consumption and physical activity in schoolchildren of Florianópolis, Southern Brazil, 2002 - 2007

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Ferreira da Costa

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a mudança em cinco anos do consumo alimentar e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Estudo com amostra representativa (n = 4.168 de escolares de sete a dez anos de idade de Florianópolis, SC. Medidas do consumo alimentar e atividade física foram realizadas em dois estudos de base escolar em 2002 (n = 2.936; 51% meninos; idade média = 8,5 anos e 2007 (n = 1.232; 50,7% meninos; idade média = 8,6 anos, utilizando questionários ilustrados. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar a mudança no consumo de oito alimentos/grupos de alimentos, no atendimento às recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e no nível de atividade física (avaliado segundo os terços de distribuição do escore e o tipo de deslocamento para a escola. As análises foram realizadas segundo a rede de ensino. RESULTADOS: Houve redução da proporção de crianças que relatou o consumo de frutas, verduras e legumes, feijão, carnes, guloseimas, pizza, batata frita e refrigerantes. Maior proporção de escolares da rede privada atendeu às recomendações de restrição de consumo de refrigerantes, pizzas e batata frita, e de maior consumo de frutas, verduras e legumes, em ambos os estudos. Por outro lado, maior proporção de escolares da rede pública atendeu às recomendações para o consumo de carnes em 2007. Os valores medianos do escore de atividade física diminuíram em 2007. Em ambos os anos escolares da rede privada foram mais ativos. A proporção de escolares que se deslocou ativamente para a escola reduziu de 49% para 41% (p OBJETIVO: Evaluar el cambio en cinco años de consumo alimentario y nivel de actividad física en escolares. MÉTODOS: Estudio con muestra representativa (n=4.168 de escolares de siete a diez años de Florianópolis, Sur de Brasil. Medidas de consumo alimentario y actividad física fueron realizadas en dos estudios de base escolar en 2002 (n=2.936; 51% niños; edad promedio

  13. Determinação do sistema endócrino difuso nos intestinos de três Teleostei (Pisces de água doce com hábitos alimentares diferentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Seixas Filho José Teixeira de

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi o de verificar a presença de células endócrinas nos intestinos médio e posterior, ou reto, e nos cecos pilóricos de três espécies tropicais de peixes Teleostei de água doce com hábitos alimentares diferentes: piracanjuba, (Brycon orbignyanus e piau (Leporinus friderici, onívoro; e surubim (Pseudoplatystoma coruscans, carnívoro. Para tanto, foram utilizados sete exemplares da piracanjuba, com médias de peso e comprimento-padrão de 410,16 ± 66,33 g e 27,42 ± 1,17 cm, respectivamente, 13 exemplares de piau com médias de 77,71 ± 24,31 g e 14,84 ± 1,56 cm de peso e comprimento-padrão, respectivamente; e cinco exemplares do surubim com médias de peso e comprimento-padrão de 309,91 ± 94,23 g e 32,70 ± 1,79 cm, respectivamente. Pode-se constatar a presença de células endócrinas do "tipo aberto" nos segmentos referentes aos intestinos médio e posterior das espécies onívoras e do "tipo fechado" no intestino médio e no reto da espécie carnívora. As células argirófilas foram observadas entre as células absortivas do epitélio intestinal. Os resultados permitem concluir que a presença de células endócrinas nas espécies estudadas pode indicar que estas atuam no mecanismo de controle da absorção dos nutrientes do alimento.

  14. EFEITO DE DIFERENTES TEMPOS DE COZIMENTO NOS TEORES DE FIBRAS ALIMENTARES EM FOLHAS DE BRÓCOLIS, COUVE-FLOR E COUVE (BRASSICA OLERACEA L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Alessandra Teixeira dos SANTOS

    2009-07-01

    Full Text Available

    Foram determinados os teores de fibras alimentares (FDA, FDN, lignina e pectinas das folhas de brócolis e couve-flor e comparados aos teores encontrados nas tradicionais folhas de couve. Os materiais estudados foram cultivados no município de Ijaci MG, com o objetivo da utilização integral dessas hortaliças como fonte alternativa de fibras. As folhas foram submetidas a cocção por seis diferentes tempos (0, 2, 4, 6, 8 e 10 minutos. Acompanhando o comportamento das diversas frações da fibra no material úmido e após secagem. Os resultados mostraram que as folhas de couve-flor e brócolis superaram a couve comum, que apresentou teores superiores apenas na fração FDA do material seco. Os resultados revelaram que as folhas das hortaliças analisadas podem ser consideradas como boas fontes de fibras insolúveis, mas não contribuem significativamente com a porção solúvel.

  15. Consumo, conversão alimentar, ganho de peso e características da carcaça de bovinos F1 Simental x Nelore Intake, feed: gain ratio, weight gain and characteristics of the carcass of F1 Simental x Nellore bulls

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Andrade Ferreira

    1999-04-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos de diferentes níveis de concentrado nas rações sobre os consumos de matéria seca (MS, proteína bruta (PB, fibra em detergente neutro (FDN, extrato etéreo (EE, carboidratos totais (CHO, nutrientes digestíveis totais (NDT, cálcio (Ca, fósforo (P, magnésio (Mg, sódio (Na e potássio (K. Ganhos de peso vivo (GPV e de corpo vazio (GPCV, conversão alimentar (CA, ganho de carcaça (GC e rendimentos de carcaça em relação ao peso vivo (RCPV e ao corpo vazio (RCPCV também foram avaliados. Foram utilizados 29 bovinos, não-castrados, F1 Simental x Nelore com, em média, 17 meses de idade e peso vivo inicial de 354 kg. Cinco animais foram abatidos ao início do experimento, como referência, para se estimar o peso de corpo vazio (PCV inicial. Os animais restantes foram distribuídos nos tratamentos, de forma inteiramente casualizada, de acordo com o nível de concentrado nas rações: 25; 37,5; 50; 62,5; e 75%. Os animais foram alimentados à vontade até atingirem o peso de abate pré-estabelecido de 500 kg. Como volumoso, foram utilizados os fenos de coast-cross (Cynodon dactylon e braquiária (Brachiaria decumbens. O consumo de MS, PB, EE e NDT aumentou, enquanto o de FDN reduziu linearmente com o aumento de concentrado nas rações. O consumo de P, Mg e K foi influenciado de forma linear e o de Ca quadraticamente pelos níveis de concentrado. Houve aumento de GDPV, GDPCV e GC e redução linear de CA, em função dos níveis de concentrado nas rações, porém os RCPV e RCPCV não foram influenciados pelos níveis de concentrado nas rações. O desempenho animal foi melhor com a utilização de maiores teores de concentrado nas rações.The effects of different dietary concentrate levels on the intakes of dry matter (DM, crude protein (CP, neutral detergent fiber (NDF, ether extract (EE, total carbohydrates (TC, total digestible nutrients (TDN, calcium (Ca, phosphorus (P, magnesium (Mg, sodium (Na and potassium (K

  16. Conhecimento dos graduandos de nutrição e enfermagem quanto ao consumo de corantes alimentares e seus efeitos adversos à saúde Knowledge of nursing and nutrition graduate students on the consumption of food colorings and their adverse health effects

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julia Nascimento Teles

    2016-10-01

    Objetivo: Evaluar la función intestinal de la clientela adulta atendida, asociándolos a los factores de riesgo, a partir de datos obtenidos en el Programa Fábrica de Cuidados. Métodos: Fueron seleccionadas 377 historias clínicas de adultos de ambos sexos. De estas, 48 presentaban el relato de constipación intestinal. Fueron colectadas variables sociodemográficas, de consumo alimentar y estilo de vida. Resultados: La prevalencia de constipación fue de 12,7%, con predominancia del sexo femenino de 89,6%. Se observó un bajo consumo de fibras, donde 69,7% y 66,7% de los pacientes constipados no consumían diariamente frutas/jugos y hortalizas A y B, respectivamente. Sobre el diagnóstico nutricional, 58,3% del grupo presentó IMC superior a 25. La ingestión hídrica, 31,2% consumían por lo menos 08 vasos/día. El sedentarismo fue predominante en el grupo (62%, además 60,4% substituían las principales refecciones por aperitivos. Conclusión: El perfil de la población en relación a los factores en estudio, justifica la alta prevalencia de la constipación. Descriptores: Constipación Intestinal, Adultos, Fibras, Estilo de vida.

  17. Qualidade de cortes de suínos recebendo ractopamina na ração em diferentes programas alimentares = Quality of pork cuts from swine receiving ractopamine as ration in different feed programs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Gilberto Zangeronimo

    2008-04-01

    Full Text Available Avaliou-se a suplementação de ractopamina associada à restrição alimentar em rações com elevado teor de lisina sobre a composição de cortes suínos. Foram utilizados 30 suínos machos castrados (peso 107,2 ± 6,2 kg, recebendo as dietas experimentais durante28 dias pré-abate. Foi utilizado um delineamento em blocos casualizados em fatorial 2 x 2 + 1 (dois níveis de ractopamina – 0 ou 5 ppm – em rações com 1,03% de lisina total; fornecidas à vontade ou 15% de restrição, e um tratamento controle, ad libitum, semractopamina, contendo 0,8% de lisina total com seis repetições. Os cortes foram obtidos da carcaça esquerda resfriada. Foram avaliados o rendimento do filezinho (RFIL, as porcentagens de carne no pernil (PCPER, a paleta (PCPAL, a sobrepaleta (PCSOP e o carré (PCCAR e a espessura (EB, a flexibilidade (FB, a quantidade de carne (QCB, agordura (QGB e a relação carne:gordura (RCGB da barriga. A ractopamina aumentou o RFIL, PCPER, PCPAL, PCSOP, PCCAR e RCGB quando comparada com rações sem ractopamina e 1,03% de lisina. Comparado ao controle, a ractopamina aumentou o PCCAR e a RCGB; diminuiu o QGB e, quando associada à restrição, aumentou a PCPER. A restrição diminuiu a FB. O uso de ractopamina aumenta a porcentagem de carne nos cortessuínos e a restrição alimentar diminui a FB.This study evaluated the supplementation of ractopamine associated with feeding restriction in diets with high lysine content on the composition of pork cuts. Thirty barrows (107.2 ± 6.2 kg were utilized, receiving the experimental diets during 28 days before slaughter. The randomized block design was applied in a 2 x 2 + 1factorial (two levels of ractopamine – 0 or 5 ppm – in rations with 1.03% of total lysine; ad libitum or 15% feed restriction; and a control treatment, ad libitum, without ractopamine, with 0.8% of total lysine with six replicates. The cuts were obtained from the left chilled carcass. The tenderloin percentage

  18. Assessing usual dietary intake in complex sample design surveys: the National Dietary Survey Evaluación del consumo alimentario usual en investigaciones con muestras complejas: pesquisa nacional de alimentación Avaliação do consumo alimentar usual em pesquisas com amostras complexas: Inquérito Nacional de Alimentação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Washington Leite Junger

    2013-02-01

    considerando el diseño de la pesquisa y suponiendo muestra aleatoria simple. A pesar que los resultados de las estimaciones puntuales para el promedio hayan sido similares, hubo aumento de hasta 60% en los respectivos errores estándar en el muestreo complejo, comparado con el muestreo simple. De ese modo, para estimaciones validas de consumo de alimentos y de energía se deben tomar en cuenta todas las características de muestreo de las pesquisas, porque cuando estas características son descuidadas, el análisis estadístico puede producir errores estándar subestimados que pueden comprometer los resultados y conclusiones de la investigación.O objetivo do estudo foi indicar uma adaptação do método do Instituto Nacional do Câncer (INC, utilizando-se dados do Inquérito Nacional de Alimentação. Esse método estima a distribuição do consumo usual de nutrientes e alimentos e pode ser aplicado em estudos com amostra complexa. Entretanto, são necessários cálculos adicionais, tais como a replicação repetida balanceada, a fim de obter os erros padrão e intervalos de confiança para os percentis e a média da distribuição de consumo usual. A aplicação desse método foi exemplificada analisando o total de energia (kcal e frutas (g, comparando as estimativas das médias e seus respectivos erros padrão obtidos, considerando o desenho do inquérito e supondo amostra aleatória simples. Embora os resultados das estimativas pontuais para a média tenham sido similares, houve aumento de até 60% nos respectivos erros padrão na amostragem complexa, comparada à amostragem simples. Desse modo, para estimativas válidas de consumo de alimentos e de energia devem-se levar em conta todas as características de amostragem dos inquéritos, porque, quando essas características são negligenciadas, a análise estatística pode produzir erros padrão subestimados que podem comprometer os resultados e conclusões da pesquisa.

  19. Influência da televisão no consumo alimentar e na obesidade em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática Television influence on food intake and obesity in children and adolescents: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Elizandra Rossi

    2010-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar a influência da televisão no consumo alimentar e na obesidade em crianças e adolescentes. Realizou-se revisão sistemática nas bases MedLine, PubMed, SciELO-Brasil e Lilacs, capturando-se 73 artigos publicados entre 1997 e 2007. Definiu-se não analisar artigos com adultos ou pré-escolares, notas, comunicações, revisões, amostras de população específica (indígenas, por exemplo e enferma (exceto obesidade, e estudos de intervenção, selecionando-se vinte artigos para análise. Em seis, dentre oito estudos brasileiros, observou-se associação significativa entre televisão e obesidade, e, em um destes, também se verificou associação positiva entre televisão e consumo alimentar. Nas investigações internacionais, observaram-se seis, dentre dez artigos, evidenciando associação entre televisão e obesidade, além de se identificar associação inversa entre televisão e tempo de atividade física. Em cinco artigos, do total de seis internacionais que investigaram o consumo alimentar, observou-se associação significativa entre televisão e ingestão alimentar, verificando-se que crianças e adolescentes que despendem maior tempo com a televisão tendem a ingerir menos frutas e verduras, e mais porções de salgadinhos, doces e bebidas com elevado teor de açúcar. A associação entre televisão e consumo alimentar foi evidente (85% dos artigos, e a associação com obesidade apareceu em 60% dos artigos. Ao identificar-se que o tempo em frente à TV associa-se à inadequação dos hábitos alimentares e à redução da atividade física, revela-se o hábito de assistir à televisão como um importante fator que pode propiciar a obesidade entre crianças e adolescentes.The objective of this study was to identify the influence that watching television has on food intake and obesity in children and adolescents. A systematic review of the MedLine, PubMed, SciELO-Brasil and Lilacs databases

  20. Avaliação do efeito da educação nutricional na prevalência de sobrepeso/obesidade e no consumo alimentar de escolares do ensino fundamental Evaluating the effect of nutritional education on the prevalence of overweight/obesity and on foods eaten at primary schools

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia S. Fernandes

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o efeito de um programa de educação nutricional na prevalência de sobrepeso/obesidade e no consumo alimentar de alunos da 2ª série do ensino fundamental. MÉTODOS: Amostra composta por 135 escolares de uma escola privada e uma pública de Florianópolis (SC, divididos entre os grupos com intervenção (n = 55 e sem intervenção (n = 80. Realizaram-se duas avaliações antropométricas e de consumo alimentar, antes e após a aplicação de um programa de educação nutricional. O programa foi composto por oito encontros quinzenais e abordou temas referentes à alimentação saudável, confecção de lanches adequados e atividade física. O diagnóstico nutricional foi obtido pelo índice de massa corporal para idade, de acordo com o Centers for Disease Control and Prevention, e os alimentos consumidos na escola foram classificados em permitidos ou proibidos pela Lei das Cantinas de Santa Catarina. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences, considerando como significativo p 0,05. Observou-se diminuição significante no consumo de suco artificial (p = 0,013, alimento proibido pela Lei, nas turmas com intervenção. Nas turmas sem intervenção, observou-se aumento significante no consumo de alimentos proibidos, como salgadinho industrializado (p = 0,021 e refrigerante (p = 0,031. Além disso, o cereal matinal, alimento apropriado para o lanche escolar, teve consumo reduzido (p = 0,039. CONCLUSÃO: Foram observadas melhorias em relação à qualidade dos alimentos consumidos pelos escolares após a aplicação do programa de educação nutricional, apesar de sua curta duração.OBJECTIVE: To assess the effects of a nutritional education program on the prevalence of overweight/obesity and on the foods eaten by schoolchildren in the 2nd grade of primary education. METHODS: The sample was made up of 135 schoolchildren, recruited from one private and one public school in Florianópolis, Brazil, and

  1. Comportamento consumidor, hábitos alimentares e consumo de televisão por escolares de Florianópolis Consumer behavior, eating habits and television viewing in students from Florianópolis, Brazil

    OpenAIRE

    Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates; Renata Dias de Mello Castanho Amboni; Evanilda Teixeira

    2008-01-01

    OBJETIVO: Identificar o comportamento consumidor de escolares em relação aos seus hábitos alimentares e a influência da televisão. MÉTODOS: Trata-se de estudo piloto com 57 escolares com idades entre 7 e 10 anos, do ensino fundamental de uma escola particular localizada em Florianópolis (SC). Foi utilizado um questionário, desenvolvido especialmente para a pesquisa, e realizada avaliação antropométrica. Os dados foram analisados utilizando testes de associação (teste Qui-quadrado de Pearson -...

  2. Dieta e câncer gástrico: aspectos históricos associados ao padrão de consumo alimentar no estado do Pará Diet and gastric cancer: historical aspects associated with dietary patterns in the state of Pará, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia da Silva Resende

    2006-08-01

    Full Text Available O câncer gástrico ainda constitui importante problema de saúde pública no estado do Pará, onde as taxas de mortalidade apresentam valores acima da média brasileira. As bases históricas de ocupação de espaço na Amazônia, bem como as relações econômico-sociais estabelecidas ao longo desse processo, marcaram o padrão alimentar desse Estado. Este trabalho tem por objetivo reconstruir as principais características do padrão alimentar dessa população no século passado. Procurou-se identificar todas as publicações científicas disponíveis que relacionavam dados sobre os hábitos alimentares dos residentes do Pará no século XX. A partir dessas publicações, foi possível caracterizar o padrão alimentar da população paraense no século XX, que incluía um elevado consumo de sal, utilizado na conservação de carnes e frutos do mar, um consumo relativamente reduzido e irregular de legumes e verduras e uma importante ingestão de glicídios, a partir da farinha de mandioca, muitas vezes adicionada de corantes artificiais. O padrão de dieta retratado, provavelmente comum a outras regiões da Amazônia, pode ser caracterizado, com base na literatura científica, como potencialmente favorecedor de certas condições associadas à carcinogênese gástrica. Nesse sentido, ele poderia ter contribuído, em parte, para a alta mortalidade por essa neoplasia registrada na região Norte.Gastric cancer still constitutes an important public health problem in the state of Pará, Brazil, where mortality rates are above the Brazilian average rates. The historical basis of occupation of the Amazon region, as well as the social-economic relations established during this process, have marked the dietary patterns of this state. The aim of this work is to reconstruct some of the main characteristics of the dietary pattern of the population of Pará in the last century. We sought to identify all the scientific papers that contained data on the

  3. Feed intake and prediction assessments using the NRC, CNCPS and BR-CORTE systems in Nellore and Red Norte steers finished in feedlot Consumo alimentar e avaliação das predições pelos sistemas NRC, CNCPS e BR-CORTE em novilhos Nelore e Red Norte terminados em confinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Rodrigues Machado Neto

    2010-02-01

    Full Text Available The objective of this research was to evaluate the dry matter intake (DMI and nutrient consumption in Nellore and Red Norte steer finished in a feedlot and compare the actual and predicted values by NRC (2000, CNCPS 5.0 and BR-CORTE systems. Forty-one animals, 19 Nellore and 22 Red Norte steers, with initial live weight of 361 ± 31 kg and 367 ± 30 kg, respectively, were used. The experiment lasted 84 days, with 28 days for adaptation and 56 experimental days. The animals were weighed at the beginning and at end of each 28-day period after 16 hours fasting. The dry matter intake was estimated by LIPE, chrome oxide and indigestible dry matter (DMi markers. There were no differences between Nellore and Red Norte DMI when expressed in kg/day (10.66 vs. 10.44. When intake was expressed in percentage of live weight (% LW, Nellore steer presented higher intake than Red Norte steer (2.55 vs. 2.39%. All the systems evaluated presented a lower predicted intake than the observed intake. However, these differences were smaller for crossbreed animals.Este trabalho foi realizado com os objetivos de avaliar o consumo de matéria seca (CMS e dos nutrientes da dieta em novilhos Nelore e Red Norte terminados em confinamento e comparar os valores observados aos preditos por meio dos sistemas NRC (2000, CNCPS 5.0 e BR-CORTE. Utilizaram-se 41 novilhos, não-castrados, de dois grupos genéticos, sendo 19 Nelore com peso vivo inicial médio de 361 ± 31 kg e 22 Red Norte com peso vivo inicial de 367 ± 30 kg. No início do período de adaptação, com duração de 28 dias, os animais foram pesados após jejum alimentar de 16 horas e tratados contra endo e ecto parasitas. O período experimental teve duração de 56 dias e, além das pesagens nestes períodos, foram realizadas mensurações do consumo individual, utilizando-se os indicadores LIPE, óxido crômico e matéria seca indigestível (MSi. A comparação entre os dados de consumo observados com aqueles

  4. Padrão alimentar, asma e sibilo atópico e não atópico em crianças e adolescentes: estudo SCAALA, Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana D'Innocenzo

    2014-09-01

    Full Text Available Avaliou-se, em estudo transversal, a influência do padrão alimentar sobre a ocorrência de sibilo e asma atópica e não atópica em 1.168 crianças e adolescentes em Salvador, Bahia, Brasil. Sibilo e sintomas de asma nos últimos 12 meses foram obtidos por meio do questionário ISAAC. Atopia foi definida pela presença de IgE específica a aerolérgenos. Questionário de frequência alimentar foi usado para definir padrões alimentares. Empregou-se regressões logística e logística politômica multivariadas. O consumo de pescados reduziu a ocorrência de sibilo em 27% (IC95%: 0,56-0,94 e asma em 37% (IC95%: 0,47-0,83; asma não atópica em 51% (IC95%: 0,31-0,79 e sibilo não atópico em 38% (IC95%: 0,46-0,83. O maior tercil do padrão alimentar reduziu o sibilo em 27% (IC95%: 0,57-0,95, sibilo atópico em 46% (IC95%: 0,30-0,98, asma em 36% (IC95%: 0,49-0,83 e asma atópica em 50% (IC95%: 0,28-0,89. O consumo de pescados pode conferir efeito protetor para sibilo e asma não atópica e o padrão alimentar para sibilo e asma atópica.

  5. Associação entre níveis pressóricos e o consumo alimentar de uma dieta tipo DASH em indivíduos adultos de Porto Alegre

    OpenAIRE

    Analisa Celestini

    2007-01-01

    Fundamento: Recomendações para controle da hipertensão contemplam controle de peso, restrição de sódio e consumo de bebidas alcoólicas, além de adesão à dieta DASH (Dietary Approaches to Stop Hypertension). Objetivo: Avaliar a associação entre consumo de dieta tipo DASH e pressão arterial, na população adulta de Porto Alegre. População e Métodos: Estudo transversal (Síndrome de Obesidade e Fatores de Risco para Obesidade -SOFT), desenvolvido em uma amostra populacional, incluiu 1629 indivíduo...

  6. A financeirização do consumo : uma análise das modificações do consumo pessoal nos Estados Unidos da década de 1980 à crise financeira de 2007-9

    OpenAIRE

    Lídia Brochier

    2014-01-01

    O consumo pessoal, dentro da tradição keynesiana, costuma ser entendido como uma função estável da renda, constituindo o elemento passivo e previsível da demanda agregada. Sabe-se que o investimento é o elemento mais instável da economia, sujeito frequentemente a flutuações e alterações imprevistas. Contudo, as transformações verificadas nas economias capitalistas, a partir do processo de financeirização, também originaram modificações no consumo e no papel ocupado por essa variável na econom...

  7. Práticas alimentares parentais e os seus determinantes.

    OpenAIRE

    Gomes, Marta Pereira

    2016-01-01

    Dissertação de Mestrado apresentada no ISPA - Instituto Universitário A prevalência da obesidade infantil tem vindo a aumentar nos últimos anos, e visto que os pais são os responsáveis pela criação dos hábitos alimentares dos filhos, o objetivo do presente estudo é averiguar numa amostra de mães e pais com filhos entre os 2 e os 18 anos, se as práticas alimentares parentais são determinadas pelos comportamentos alimentares dos pais, pela sua autoeficácia percebida e por variáve...

  8. Padrões alimentares estimados por técnicas multivariadas: uma revisão da literatura sobre os procedimentos adotados nas etapas analíticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Aparecida Borges

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo: Objetivo: Descrever as soluções adotadas nas múltiplas etapas de utilização das técnicas multivariadas para obtenção de padrão alimentar (PA no que tange: ao objetivo dos estudos, à escolha do método de aferição do consumo alimentar, aos critérios de grupamento dos alimentos, à quantidade de grupos alimentares utilizada, ao número de PA extraído e aos critérios para nomenclatura. Métodos: Foram selecionadas publicações das bases MEDLINE e Lilacs tendo como descritores: "padrão alimentar" versus "análise fatorial"; "análise de componentes principais"; "análise de cluster " e "reduced regression rank ". A busca inicial resultou em 1.752 artigos, que após critérios de inclusão e exclusão somaram 189 publicações. Resultados: Foram relevantes entre os estudos os seguintes aspectos: a predominância da análise de componentes principais (ACP; a predominância no uso de 4 a 5 PAs nos estudos de associação com desfechos de saúde; o uso de 30 ou mais grupos de alimentos provenientes do Questionário de Frequência Alimentar (QFA; a predominância de estudos que associaram PAs com desfechos de saúde e fatores socioeconômicos; a heterogeneidade de critérios adotados ao longo das etapas analíticas das técnicas multivariadas. Conclusão: A heterogeneidade entre as publicações se concentra nos critérios de agrupamento dos alimentos, na nomenclatura e no número de padrões alimentares extraídos, que variou em função do número de grupos alimentares presentes nas análises. Entender, aplicar e explorar em sua totalidade as técnicas multivariadas tem se tornado necessário para melhorar a confiabilidade dos resultados e, consequentemente, aprimorar as relações com desfechos de saúde e fatores socioeconômicos.

  9. Indústria moderna e padrão alimentar: o espaço do trabalho, do consumo e da saúde Modern factory and dietary pattern: the space of work, consumption and health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solange Veloso Viana

    2009-12-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo evidenciar a Política de Produção como uma estrutura relevante para a construção de uma complexa teia de processos que conformam o padrão alimentar de um segmento operário e seus problemas de saúde associados à alimentação. Fundamentado na técnica do estudo de caso, o trabalho desenvolve-se numa fábrica do Polo Petroquímico de Camaçari, privilegiando uma abordagem centrada na experiência vivida pelos trabalhadores. Nesse sentido, coloca-se sob a perspectiva das relações sociais, organizando-se em torno das dimensões geral, particular e singular, de modo a elucidar dinâmicas que, situadas em diferentes níveis, articulam-se aos processos de produção e reprodução do padrão alimentar e dos problemas de saúde. Para a coleta de dados, foram utilizados como instrumentos uma entrevista semiestruturada, um questionário autoaplicável, além de uma ficha para registro dos problemas de saúde associados à alimentação. Os resultados, problematizados à luz dos diferentes espaços explicativos, evidenciam os processos mais gerais do contexto fabril, passando pelos processos modeladores do padrão alimentar, até as formas de percepção e conduta em face desses problemas. Conclui com uma discussão sobre o conflito vivido pelo grupo em relação ao modelo de cuidado implementado pela fábrica, às estratégias de superação dos processos que reproduzem seu padrão alimentar e os problemas de saúde a ele associados.The objective of this paper is to show that the Production Policy is a relevant structure to build a complex net of processes which configure the dietary patterns of a working segment and its health problems associated with diet. Based on the case study technique, the work was developed at a factory in the Petrochemical Complex of Camaçari, focusing on an approach centered on the workers' experience. In this way, it is centered on the perspective of social relations, organized

  10. Inadequação do consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil e lúpus eritematoso sistêmico Inadequate dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis and systemic lupus erythematosus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michelle C. Caetano

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar o consumo alimentar de crianças e adolescentes com artrite idiopática juvenil (AIJ e lúpus eritematoso sistêmico (LES por recordatório de 24 horas e relacioná-lo com características clínicas e antropométricas e com os medicamentos empregados. MÉTODOS: Em estudo transversal, avaliamos os recordatórios de 24 horas de pacientes ambulatoriais. O estado nutricional foi classificado pelo CDC, 2000. Para o cálculo da ingestão, utilizamos o software NutWin UNIFESP-EPM. Para a análise quantitativa e qualitativa, adotamos as Recommended Dietary Allowances e a pirâmide alimentar brasileira. RESULTADOS: A mediana de idade foi 12 na AIJ e 16,5 anos no LES. Na AIJ, 37,5% dos pacientes estavam em atividade de doença, e, no LES, 68,2% tinham Systemic Lupus Erythematosus Disease Activity Index > 4. Foi encontrada desnutrição em 8,3 e 4,5% dos pacientes com AIJ e com LES, respectivamente, e obesidade, em 16,7 e 18,2%. Na AIJ, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 12,5, 75 e 31,3%, respectivamente. No LES, o consumo excessivo de energia, proteína e lipídios foi de 13,6, 86,4 e 36,4%, respectivamente. Consumo deficiente de ferro, zinco e vitamina A foi observado em 29,2 e 50, 87,5 e 86,4 e 87,5 e 95,2% dos pacientes com AIJ e LES, respectivamente. Não houve relação significante entre consumo, atividade da doença e estado nutricional. CONCLUSÃO: Pacientes com doenças reumáticas apresentam inadequação do consumo alimentar. Ressaltamos a ingestão excessiva de lipídios e proteínas e a ingestão insuficiente de micronutrientes.OBJECTIVES: To evaluate the dietary intake of children and adolescents with juvenile idiopathic arthritis (JIA and juvenile systemic lupus erythematosus (JSLE using a 24-hour diet recall and relating it to the patients clinical and anthropometric characteristics and to the drugs used in their treatment. METHODS: By means of a cross-sectional study, we assessed the 24-hour

  11. O recordatório de 24 horas como instrumento na avaliação do consumo alimentar de cálcio, fósforo e vitamina D em crianças e adolescentes de baixa estatura The 24-hour recall for the assessment of dietary calcium, phosphorus and vitamin D intakes in stunted children and adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Lopes Bueno

    2010-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar em que medida o Recordatório Alimentar de 24 horas como instrumento de avaliação do consumo alimentar contribui para a avaliação de parâmetros biológicos envolvidos no metabolismo de cálcio, fósforo e vitamina D em crianças e adolescentes de baixa estatura. MÉTODOS: Foram avaliados 59 crianças e adolescentes com baixa estatura do Ambulatório de Baixa Estatura do Serviço de Endocrinologia do Hospital das Clínicas de Porto Alegre. Causas orgânicas, genéticas e endócrinas de baixa estatura foram excluídas da avaliação. Foram dosados cálcio, fósforo, creatinina, vitamina D, paratormônio fosfatase alcalina no soro e cálcio, fósforo, creatinina e sódio em urina de Recordatório Alimentar de 24h foi empregado para estimar o consumo dietético. RESULTADOS: Foi constatada ingestão reduzida de cálcio e vitamina D, em relação ao recomendado para idade e sexo. Verificou-se correlação negativa entre paratormônio e vitamina D dietética (r= -0,46; pOBJECTIVE: The objective of this study was to verify the extent to which the 24 hour recall, used as a tool to assess dietary intake, contributes to the assessment of biological parameters involved in the metabolism of calcium, phosphorus and vitamin D in stunted children and adolescents. METHODS: A total of 59 stunted children and adolescents seen at the outpatient clinic that specializes in stunting of the Endocrinology Service of Hospital das Clínicas in Porto Alegre, were assessed. Organic, genetic and endocrine causes of stunting were excluded from the assessment. Serum calcium, phosphorus, creatinine, vitamin D, parathormone and alkaline phosphatase and urine calcium, phosphorus, creatinine and sodium were measured. The 24 hour recall was used to determine dietary intake of these nutrients. RESULTS: Calcium and vitamin D intakes were low according to the values recommended for the two genders and studied age groups. There was a negative correlation

  12. Consumo alimentar residual e sua relação com medidas de desempenho e eficiência e características in vivo da carcaça de cordeiros The residual feed intake and its relationship with performance and efficiency measures and in vivo carcass characteristics of lambs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E.F.E. Paula

    2013-04-01

    Full Text Available Avaliou-se o consumo alimentar residual (CAR e a conversão alimentar (CA de 20 cordeiros, com o objetivo de estimar as correlações entre essas variáveis com medidas de desempenho e com características in vivo da carcaça. Os animais tiveram o consumo de MS (CMS mensurado por 65 dias e foram pesados a cada 13 dias para obtenção do ganho médio diário (GMD. Foram considerados o peso vivo inicial (PVI, o peso vivo final (PVF, o peso metabólico (PM, o GMD, a taxa de crescimento relativo (TCR, a taxa de Kleiber (TK, a CA, o CMS e o CMS em percentual do PV (CMSPV. As avaliações de carcaça foram realizadas por ultrassom. O CAR se mostrou correlacionado com o CMS (+0,81, o CMSPV (+0,90 e a CA (+0,63. Correlações significativas foram encontradas entre CA e GMD; CA e TCR; CA e TK; e CA e PVI (-0,63, -0,74, -0,75 e +0,51, respectivamente. O CAR e a CA não se mostraram correlacionados com características de carcaça, e, da mesma forma, não houve diferença entre as classes de CAR para essas variáveis. Confirmou-se o potencial do CAR como medida de eficiência alimentar para cordeiros em confinamento, sem existência de relações com o ganho de peso e o tamanho corporal e sem alterações na composição da carcaça.The residual feed intake (RFI and the feed conversion ratio (FCR of 20 lambs was evaluated in order to estimate the correlations between these traits and performance measures and with in vivo carcass characteristics. The animals had their dry matter intake (DMI measured over 65 days and they were weighed every 13 days to determine the average daily weight gain (ADG. Initial body weight (IBW, final body weight (FBW, metabolic weight (MW, ADG, relative growth rate (RGR, Kleiber ratio (KR, FCR, DMI and DMI in BW percentual (BWDMI were considered. The carcass evaluation was performed by ultrasound. The RFI was correlated with the DMI (+0.81, BWDMI (+0.90 and with FCR (+0.63. Significant correlations were found between FCR and ADG

  13. Adesao ao guia alimentar para populacao brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly Junior

    2013-12-01

    Full Text Available OBJETIVO : Analisar a adesão ao Guia Alimentar para População Brasileira. MÉTODOS : Amostra composta por participantes do Inquérito de Saúde de São Paulo (n = 1.661 que preencheram dois recordatórios de 24 horas. Foi utilizado modelo bivariado de efeito misto para a razão entre o consumo de energia do grupo de alimentos e o consumo calórico total. A razão estimada foi utilizada para calcular o percentual de indivíduos com consumo abaixo ou acima da recomendação. RESULTADOS : Pelo menos 80,0% da população consome abaixo do recomendado para: leite e derivados; frutas e sucos de frutas; e cereais, tubérculos e raízes; aproximadamente 60,0% para legumes e verduras; 30,0% para feijões; e 8,0% para carnes e ovos. Adolescentes apresentaram a maior inadequação para legumes e verduras (90,0%, e o estrato de maior renda foi associado à menor inadequação para óleos, gorduras e sementes oleaginosas (57,0%. CONCLUSÕES : Foi observado consumo inadequado dos grupos de alimentos relacionados com aumento do risco de doenças crônicas.

  14. Níveis de concentrado na dieta de novilhos f1 Limousin x Nelore: consumo, conversão alimentar e ganho de peso Concentrate levels in the diet for crossbreed Limousin x Nellore bulls: intake, feed: gain ratio and weight gain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Gesualdi Júnior

    2000-10-01

    Full Text Available Utilizaram-se 45 bovinos F1 Limousin x Nelore, inteiros, com, em média, 14 meses de idade e peso vivo inicial de 330 kg, para avaliar os efeitos de diferentes níveis de concentrado na matéria seca (25,0; 37,5; 50,0; 62,5; e 75,0% e dois métodos de balanceamentos de rações (o primeiro, tendendo a ser isoprotéico e o segundo, variando proteína com energia sobre os consumos de matéria seca (CMS e fibra em detergente neutro (FDN, conversão alimentar (CA, ganhos diários de peso vivo (GMDPV, corpo vazio (GMDPVZ e carcaça (GCAR. Cinco animais foram abatidos no início do experimento, como referência, para estimar o peso corporal vazio inicial dos animais que permaneceram no confinamento. Os animais receberam alimentação à vontade até atingirem o peso de abate preestabelecido de 500 kg. Foi utilizado o feno de capim-coastcross como fonte de volumoso na dieta. O delineamento foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. As formas de balanceamento resultaram em igual desempenho dos animais. Os consumos de MS responderam de maneira quadrática, estimando-se os máximos de 8,04 kg MS, 1,99% PV e 89,22 g MS/kg0,75 para os níveis de 41,42; 36,71; e 37,96% de concentrado, respectivamente. Conversão alimentar, consumo de FDN e dias de confinamento decresceram e o GMDPVZ cresceu linearmente, com o aumento dos níveis de concentrado na ração. Os GMDPV e GCAR apresentaram resposta quadrática, com máximos de 1,16 e 0,81 kg para 61,11 e 64,47% de concentrado, respectivamente.Forty five crossbreed F1 Limousin x Nellore young bulls, averaging 14 months of age and initial 330 kg LW, were used to evaluate the effects of different concentrate levels (25.0, 37.5, 50.0, 62.5 and 75.0% as DM basis and two diet balance methods (one, almost isoprotein and the second, changing protein as energy of the diet change on the intakes of dry matter (DMI and neutral detergent fiber (NDFI, feed: gain ratio (FG, daily gains of

  15. Quais os suplementos alimentares mais utilizados?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Bisotto Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available O consumo de suplementos alimentares tem sido muito utilizado e difundido por praticantes de atividade física, em especial a musculação por pessoas com objetivos de melhora em desempenho, redução de gordura corporal, aumento de massa muscular entre outros. Esta pesquisa tem como objetivo revisar sobre quais os suplementos alimentares são utilizados na atualidade, e destacar o mais utilizado. A fonte dos dados é uma pesquisa bibliográfica realizada em média dos últimos 15 anos, foram examinados 232 estudos, sendo selecionados 48. Os suplementos alimentares discutidos nesse artigo foram: Carboidratos, vitaminas e minerais, l-carnitina, creatina, proteínas e aminoácidos. O principal motivo para a utilização de suplementos foi o aumento de massa muscular, predominantemente indicado por professores, instrutores e treinadores, apesar da grande variedade, os suplementos mais utilizados são as proteínas e aminoácidos, e, na maioria dos casos com o intuito de aumentar a massa muscular e melhorar sua recuperação.

  16. Dietary recommendations: comparing dietary guidelines from Brazil and the United States Recomendações dietéticas: comparação entre os guias alimentares brasileiro e americano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosely Sichieri

    2010-11-01

    Full Text Available The Brazilian dietary guidelines are based in part on mainstream United States' recommendations, in spite of the criticisms and shortcomings of the American guidelines. In this paper, Brazilian food guidelines are summarized and discussed in comparison with the USA recommendations. American and Brazilian dietary recommendations are quite similar in many aspects, particularly those related to variety in the diet, the importance of physical activity and weight management. Different to American guidelines, those from Brazil advise people to choose fresh foods, to prefer healthier types of fat, to limit trans fat intake and to eat good sources of protein, but does not recommend the consumption of whole grains. Besides the challenges related to their implementation, indicators for the evaluation of the effectiveness of these guidelines should be established from the beginning, particularly those related to changes in dietary habits and the prevalence of obesity.O guia alimentar brasileiro é baseado parcialmente nas recomendações americanas a despeito das críticas e problemas identificados no documento dos Estados Unidos. Neste artigo, as recomendações alimentares para o Brasil são resumidas e discutidas em comparação com as recomendações estadunidenses. Os guias alimentares brasileiro e americano são bastante similares em diversos aspectos, particularmente aqueles relacionados com a variação da dieta, a importância da atividade física e o gerenciamento do peso. Diferentemente dos Estados Unidos, o guia brasileiro estimula o consumo de alimentos frescos, aconselha o uso de fontes saudáveis de gorduras, a limitação do consumo de gordura trans, o consumo de boas fontes de proteínas, mas não indica o consumo de grãos integrais. Além dos desafios relacionados com a sua implantação, os indicadores para a avaliação da eficácia dos guias alimentares devem ser estabelecidos desde sua implantação, particularmente, os relacionados

  17. Práticas alimentares nos dois primeiros anos de vida: presença de vulnerabilidade em saúde = Food practices in the first two years of life: presence of vulnerability in health

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Taglietti, Roberta Lamonatto

    2014-01-01

    Conclusões: Embora algumas práticas alimentares saudáveis tenham sido prevalentes no grupo avaliado, foi encontrada uma proporção relevante de práticas pouco saudáveis. Este é um achado preocupante em crianças menores de dois anos, dada a vulnerabilidade dessa fase da vida e sua importância para a construção de padrões alimentares que têm grande possibilidade de se perpetuarem ao longo da vida do indivíduo

  18. Avaliação técnico-econômica de suínos machos imuno e cirurgicamente castrados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloisa Vasquez Bruno

    2013-11-01

    Full Text Available Realizou-se este estudo com o objetivo de avaliar o desempenho técnico-econômico e determinar a lucratividade, por meio da análise de sensibilidade econômica, de suínos machos imuno (IM e cirurgicamente castrados (MC. Foram realizados dois experimentos, em delineamento inteiramente casualizado, composto por dois tratamentos (IM e MC, com oito repetições de 10 animais cada, totalizando 160 suínos por experimento. Verificou-se que suínos IM apresentam menor consumo de ração e melhor conversão alimentar nas fases de crescimento em relação aos MC. Na fase de terminação, suínos IM apresentam melhor ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de carcaça e porcentagem de carne em relação aos MC. A utilização de IM aumenta a lucratividade na produção de suínos. A análise de lucratividade entre suínos IM e MC deve considerar todas as fases de criação, uma vez que o desempenho diferencial dos suínos não castrados na fase de crescimento influencia economicamente os resultados da produção.

  19. Consumo de antioxidantes durante tratamento quimioterápico Antioxidants consumption during chemotherapy treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Cavali Rohenkohl

    2011-06-01

    Full Text Available RACIONAL: O câncer é definido como enfermidade multicausal crônica, em que as células possuem crescimento descontrolado. Resulta de vários fatores, sendo um dos principais, a dieta inadequada. As fases de iniciação, promoção e progressão de carcinogênese têm sido frequentemente relacionadas ao estresse oxidativo. OBJETIVO: Verificar o consumo de antioxidantes em pacientes com câncer durante os diferentes ciclos de quimioterapia. MÉTODOS: Estudo descritivo exploratório, incluindo pacientes em tratamento quimioterápico em ambulatório de quimioterapia. Para investigar o consumo de antioxidantes foi elaborado um questionário de frequência alimentar semi-quantitativo (QFASQ e uma ficha de anamnese clinica - nutricional. RESULTADOS: Amostra foi composta por 30 pacientes com idade média de 56,4±2,3 anos. De acordo com o consumo diário representado pelos ciclos, houve adequado consumo de vitamina C, vitamina E e Zinco e inadequado consumo de vitamina A e Selênio. Ao dividir a tabela estudada segundo os quatro quartis de consumo diário de antioxidantes, houve consumo adequado de vitamina A em 25% da amostra e inadequado de vitamina C, vitamina E, zinco em 25% da amostra e de também selênio em todos os ciclos. Entre as fontes alimentares consideradas ricas nos antioxidantes estudados, as mais consumidas foram cenoura, espinafre, mamão, laranja, óleo de soja, óleo de girassol, carne vermelha, queijo e carne de frango. CONCLUSÃO: A população estudada atingiu o consumo diário recomendado para os antioxidantes analisados quando dividida nos ciclos do tratamento, mas houve porcentagem alta de consumo inadequado quando dividida nos quartis. Desta forma, a orientação nutricional é um fator indispensável para auxiliar na prevenção e controle do câncer.BACKGROUND: The cancer is defined as chronic multifactorial disease, in which cells have uncontrolled growth. Several factors contribute to its development, one of them is

  20. Faça o que Eu Digo, Não Faça o que Eu Faço: A Relação entre Adultos na Socialização Infantil no Consumo Alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Fernanda da Fonseca Massyliouk

    2016-12-01

    Full Text Available A relação entre pais e filhos no processo de socialização da criança foi foco de diversos estudos sobre estilos parentais e padrões de comunicação. No entanto, ainda que se saiba que o processo de socialização varia de família para família, ainda há espaço para maior aprofundamento na reflexão sobre negociações entre adultos que estão à frente das diretrizes de transmissão. Neste trabalho, buscou-se verificar de que forma as relações entre adultos, responsáveis (pai, mãe e avó pela criança, criam uma dinâmica específica de transmissão, que modula e particulariza o processo de socialização infantil. Esse objetivo torna-se particularmente complexo se o posicionamos no panorama contemporâneo, de onde emerge grande diversidade de arranjos familiares, reduzindo o protagonismo da dupla mãe-pai. Considerou-se o contexto específico do consumo de alimentos, utilizando a marca Coca-Cola como recurso de mercado para materializar as dinâmicas parentais. O estudo foi de natureza qualitativa, conduzido por meio de entrevistas em profundidade com sete famílias, totalizando doze entrevistados, onde foram entrevistados os responsáveis pela criança. Os achados da pesquisa mostram que a relação entre adultos gera padrões específicos de mediação parental, dentro do processo de socialização. Propõe-se uma tipologia de dinâmicas de mediação parental: cooperação harmoniosa, conflito, centralidade de poder e cooperação  difusa. A marca Coca-Cola encontrou funções e padrões de consumo particulares em cada contexto de mediação. 

  1. Coast cross (Cynodon dactylon (L. pers. hay and pigeon pea (Cajanus cajan (L. millsp digestibility and nutrients average intake by sheep under two feeding systems/ Consumo médio e digestibilidade do feno de capim “Coast cross” (Cynodon dactylon (L. pers. e feijão guandu (Cajanus cajan (L. Millsp em carneiros submetidos a dois regimes alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Waldemar de Oliveira Souza

    2007-08-01

    Full Text Available This experiment was carried out with the objectives of determining the daily average intake (DAI, apparent digestibility coefficient (ADC of coast cross hay and pigeon pea nutrients and to evaluate thenitrogen balance in sheep. Ten wethers with average weight of 27.50 kg, alloted to suitable cages, were used. A completely randomized design with two treatments (T1= 80% coast cross hay + 20% pigeon peaand T2= 60% coast cross hay + 40% pigeon pea and five replicates, was used. The treatments were evaluated under two feeding systems (voluntary and restrict. Animals receiving ration of T2 presentedhigher DAI (g/kg PV 0.75 (PO experimento foi realizado com os objetivos de determinar o consumo médio diário (CMD, o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA dos nutrientes do feno de capim Coast cross e feijão guandu e avaliar o balanço de nitrogênio (BN em ovinos. Foram utilizados dez ovinos machos, castrados, com peso médio de 27,50 kg, alojados em gaiolas para metabolismo, em delineamento inteiramente casualizado com dois tratamentos (T1 = 80% de feno de Coast cross + 20% de guandu e T2 = 60% de feno de Coast cross + 40% de guandu e cinco repetições por tratamento. Os tratamentos foram avaliados sob dois regimes alimentares (consumo voluntário e restrito. Os animais recebendo ração do T2 apresentaram maior CMD (g/kg PV0,75 (p < 0,05 de matéria seca (MS, proteína bruta (PB, fibra bruta (FB, matéria orgânica (MO e extrato não nitrogenado (ENN, do que aqueles animais recebendo ração do T1. O CDA da FB da ração T2 foi maior (p < 0,05 do que o da ração T1. O BN dos animais que receberam 40% de guandu (13,15g N/ dia foi superior aos daqueles que receberam 20% desta leguminosa (10,29g N/dia. Conclui-se que o feijão guandu pode ser utilizado como fonte protéica na alimentação de ruminantes, possibilitando CDA da MS próximo de 52% para animais em regime de consumo voluntário, e 81% para animais em regime de consumo restrito. O

  2. Influência da percepção do peso e do índice de massa corporal nos comportamentos alimentares anormais Influence of body mass index and body weight perception on eating disorders symptoms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Nunes

    2001-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a associação entre a percepção do peso corporal, o índice de massa corporal e os comportamentos alimentares anormais. MÉTODOS: Delineamento transversal, de base populacional, com mulheres de 12 a 29 anos, da zona urbana de Porto Alegre, RS (n=513. Para medir a prevalência de comportamentos alimentares anormais utilizou-se o Teste de Atitudes Alimentares 26 (EAT-26 e o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE, considerados separadamente e em conjunto, e a percepção do peso corporal por meio de 2 perguntas estruturadas: qual era o peso que a mulher julgava ideal e a auto-avaliação sobre seu peso. O índice de massa corporal (IMC foi calculado por medida de peso e altura aferidos. RESULTADOS: Considerando os instrumentos conjuntamente, 30,2% das mulheres tinham comportamento alimentar de risco, e 11,3% apresentaram comportamento alimentar anormal. Além disso, 82% das mulheres apresentaram IMC normal, sendo que 2% eram magras, e 16% apresentaram IMC de sobrepeso/obesidade. Das mulheres estudadas, 46% tinham o ideal de pesar menos, e 37,8% consideravam-se gordas. Entre as mulheres com IMC normal, 25,2% das que se achavam normais apresentavam comportamento alimentar de risco, e 5,7 % comportamento alimentar anormal. Das mulheres que se consideravam gordas, 47,2% apresentaram comportamento alimentar de risco, e 19,2% tinham comportamento alimentar anormal. Mulheres que se sentiam gordas apresentaram um risco quatro vezes maior de apresentar comportamentos alimentares anormais (razão de odds 4,50; IC 95% 2,88-7,01; pOBJECTVE: To investigate the relationship between body mass index (BMI, body weight perception and eating disorder symptoms. METHODS: A population-based cross-sectional study was conducted among women aged between 12 and 29 years old in Porto Alegre, Brazil (n=513. The prevalence of eating disorder symptoms was assessed by using two instruments: the Eating Attitudes Test - 26 (EAT-26 and the Bulimic

  3. Avaliação do consumo alimentar residual em touros jovens da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal = Evaluation of residual feed intake in young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio de Nadai Bonin

    2008-10-01

    Full Text Available Este trabalho avaliou as características: idade, peso, ganho de peso diário (GPD, ingestão de matéria seca (IMS, conversão alimentar (CA, eficiência alimentar (EA e consumo alimentar residual (CAR de tourinhos da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal (PDA. Foram utilizados 30 animais, inteiros, com idade inicial de243,6±30,4 dias. Alimentos e sobras individuais foram quantificados diariamente. A classificação baseou-se no índice de prova de desempenho animal (IPDA. Para CAR não houve diferença (p > 0,05 entre a média dos grupos. As variáveis peso e GPD não foramcorrelacionadas com CAR. Houve alta correlação entre CAR e CA. EA e CA apresentaram correlação com CAR. O IPDA apresentou alta correlação com a IMS (r = 0,75. Comparado o CAR médio entre os tourinhos, observou-se que animais menos eficientes apresentaram IMS 27,7% superior aos animais mais eficientes. A variável IPDA nãoidentificou os mais eficientes na utilização de alimentos, pois houve baixas correlações com CA, EA e CAR. Pode-se concluir que a seleção de tourinhos pelo IPDA elege os que ganham mais peso, porém estes apresentam maior IMS. É possível aprimorar a metodologia de seleção com a inclusão do CAR.This study evaluated the characteristics: age, weight, daily weight gain (DWG, dry matter intake (DMI, feed conversion (FC, feedefficiency (FE and residual feed intake (RFI of young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test. Thirty bulls, with initial age of 243.6±30.4 days were used. Dry Matter Intake (DMI was quantified daily for each animal. The animals were classified by theperformance test index (PTI. RFI did not show differences (p > 0.05 among the averages of the groups. The variables weight and DWG were not correlated with RFI. There was high correlation between RFI and FC. FE and FC showed correlation with RFI. The PTI showed high correlation with DMI (r = 0.75. When comparing mean RFI among thebulls, it was

  4. Comportamento consumidor, hábitos alimentares e consumo de televisão por escolares de Florianópolis Consumer behavior, eating habits and television viewing in students from Florianópolis, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates

    2008-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o comportamento consumidor de escolares em relação aos seus hábitos alimentares e a influência da televisão. MÉTODOS: Trata-se de estudo piloto com 57 escolares com idades entre 7 e 10 anos, do ensino fundamental de uma escola particular localizada em Florianópolis (SC. Foi utilizado um questionário, desenvolvido especialmente para a pesquisa, e realizada avaliação antropométrica. Os dados foram analisados utilizando testes de associação (teste Qui-quadrado de Pearson - c2 e análise de variância. As diferenças foram consideradas significantes quando pOBJECTIVE: To identify the consumer behavior of a small sample of students (pilot study, regarding their eating habits and influence of television. METHODS: This is a pilot study with 57 students aging from 7 to 10 years attending the elementary grades of a private school located in Florianópolis (SC. A questionnaire developed specifically for this research was used and anthropometric assessment was done. The data were analyzed using association tests (Pearson´s chi-square test -c2 and analysis of variance. The differences were considered significant when p<0.05. RESULTS: All students had television sets at home; 75.0% in their own bedrooms. Most of them snacked while watching television (98.0% or ate their meals with the television on (89.5%. Weekly intakes of fruit and vegetables were way below the ideal quantities proposed by the food pyramid. Students classified as frequent viewers (4 or more times a day ate fewer vegetables than did the moderate ones. Anthropometric evaluation indicated that 23.6% were overweight/obese and 9.1% presented central adiposity. CONCLUSION: Results suggest that strategies must be employed, such as parent's counseling and development of school programs, in order to prevent possible health problems in the studied population.

  5. Elaboração de questionário de frequência alimentar semiquantitativo para adolescentes da região metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil Development of a semiquantitative food frequency questionnaire for adolescents from the Rio de Janeiro metropolitan area, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Campos Araujo

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a elaboração de um questionário de frequência alimentar para adolescentes do Rio de Janeiro, Brasil. MÉTODOS: Para seleção dos itens alimentares incluídos no questionário de frequência alimentar, utilizaram-se dados de três dias de registro alimentar obtidos em uma amostra de 430 estudantes, na faixa etária de 12 a 19 anos, da rede de ensino estadual de Niterói, Rio de Janeiro. Foram incluídos os itens alimentares mais citados nos registros e que contribuíram com 95% do consumo de energia e nutrientes dos registros alimentares. As porções de referência foram as mais frequentemente referidas nos registros do estudo de base. As opções de frequência foram definidas de forma diferenciada para os diversos itens do questionário. RESULTADOS: Nos registros foram listados 306 alimentos, dos quais 249 itens foram incluídos no questionário, isoladamente ou agrupados, compondo uma lista de 90 itens. Os 14 itens alimentares mais consumidos por adolescentes do Rio de Janeiro, nesse estudo e em estudo anterior, foram associados a oito opções de frequência de consumo; 18 itens alimentares foram acoplados a sete opções de frequência e para 58 itens foram definidas cinco opções de frequência. CONCLUSÃO: O estudo permitiu a elaboração do questionário de frequência alimentar para adolescentes da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o qual será submetido às análises de reprodutibilidade e validade. Este questionário representa um instrumento valioso para pesquisas epidemiológicas que investiguem o consumo alimentar de adolescentes.OBJECTIVE: The objective of this study was to describe the development of a food frequency questionnaire for adolescents from the Rio de Janeiro metropolitan area, Brazil. METHODS: The selection of food items included in the questionnaire was done by recording the foods consumed during 3 days by 430 students aged 12 to 19 years from the public schools of Niterói (RJ Brasil

  6. Hábitos alimentares de escolares adolescentes de Pelotas, Brasil Food habits of adolescent students from Pelotas, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilda Borges Neutzling

    2010-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a frequência com que escolares adolescentes de Pelotas (RS estão seguindo as recomendações nacionais para uma alimentação saudável. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo longitudinal em 2004, incluindo adolescentes de 13 e 14 anos matriculados em 32 escolas públicas de Pelotas (RS. A amostra incluiu 2.209 adolescentes. Para avaliação da frequência de consumo alimentar, foi utilizado questionário proposto pelo Instituto Nacional do Câncer. Foram construídos desfechos baseados nos dez passos para a alimentação saudável propostos pelo Ministério da Saúde do Brasil. RESULTADOS: Os hábitos alimentares saudáveis mais frequentes foram o consumo diário de feijão e leite, relatado por cerca de metade dos adolescentes. Quase metade dos jovens referiu ingerir batata frita e salgadinhos no máximo uma vez por semana. Verificou-se consumo adequado de alimentos conservados e enlatados em 44,6% dos adolescentes. Pouco menos da metade dos jovens (43,6% nunca colocava sal adicional na comida. Quanto ao consumo de doces e outros alimentos ricos em açúcar, constatou-se que aproximadamente um terço deles consumia bolos ou biscoitos no máximo duas vezes por semana. CONCLUSÃO: Verificou-se baixa frequência de hábitos alimentares saudáveis em todos os subgrupos estudados, sendo a frequência mais baixa entre jovens de maior nível socioeconômico e entre as meninas. O hábito alimentar que apresentou mais baixa frequência - 5,3% dos adolescentes - foi o consumo de frutas e verduras cinco ou mais vezes por dia. Políticas públicas de promoção da saúde voltadas à melhoria da alimentação e nutrição dos adolescentes são necessárias e urgentes.OBJECTIVE: This study aimed to describe the extent to which adolescent students living in Pelotas, Brazil, follow the national recommendations for healthy eating. METHODS: A cross-sectional study was undertaken in 2004, nested to a longitudinal project

  7. Desenvolvimento de um questionário de freqüência alimentar e caracterização do padrão de consumo dos trabalhadores de baixo nível sócio-econômico da cidade de Goiânia, Estado de Goiás, Brasil Development of a food frequency questionnaire (FFQ and characterization of the food pattern consumption for low - income workers in the city of Goiânia, Goiás State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Ferreira Stringhini

    2005-03-01

    Full Text Available Um questionário de freqüência de consumo alimentar (QFA foi planejado para avaliar a freqüência média de consumo de alguns alimentos e caracterizar o padrão alimentar entre os trabalhadores. Uma lista de alimentos consumidos e as porções servidas, usualmente, foram obtidas através de prévias entrevistas locais, usando-se o recordatório de 24 horas e o questionário de freqüência. Uma lista foi elaborada com 127 alimentos e a composição nutricional foi calculada utilizando-se o programa DietPro versão 3.0. O QFA foi aplicado, por duas vezes, em cada indivíduo num período de seis meses. Para caracterizar o padrão de consumo alimentar, os alimentos mais freqüentemente mencionados foram identificados. Foram estudados 104 trabalhadores selecionados ao acaso. Os itens consumidos, no mínimo uma vez ao dia, por 50% dos trabalhadores foram o pão branco, margarina, café preto, açúcar branco, feijão roxinho e arroz branco. A variedade dos alimentos diariamente consumidos foi pequena. Os 30 principais alimentos básicos diários variaram de menos que 1,5 a 92%. Este questionário é um instrumento de fácil aplicação para estudar o consumo alimentar de população semelhante ao do presente trabalhoA food-frequency questionnaire (FFQ was designed to assess the average consumption frequency of food items and to characterize the food pattern among workers. A list of consumed food and usual serving sizes was compiled from previous local survey, using single 24 hours dietary recalls and frequency questionnaires. The list was composed of 127 items and the nutrient composition was calculated by the computer program DietPro version 3.0. The FFQ was administered to each subject twice in a period of six months. To characterize food pattern consumption, the most frequently mentioned foods were identified. One hundred and four (104 workers were studied, randomly selected. Items consumed at least once a day by 50% of the workers were: white

  8. Development of a food frequency questionnaire (FFQ and characterization of the food pattern consumption for low - income workers in the city of Goiânia, Goiás State, Brazil = Desenvolvimento de um questionário de freqüência alimentar e caracterização do padrão de consumo dos trabalhadores de baixo nível sócio-econômico da cidade de Goiânia, Estado de Goiás, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Luiza Ferreira Stringhini

    2005-01-01

    Full Text Available A food-frequency questionnaire (FFQ was designed to assess the average consumption frequency of food items and to characterize the food pattern among workers. A list of consumed food and usual serving sizes was compiled from previous local survey, using single 24 hours dietary recalls and frequency questionnaires. The list was composed of 127 items and the nutrient composition was calculated by the computer program DietPro version 3.0. The FFQ was administered to each subject twice in a period of six months. To characterize food pattern consumption, the most frequently mentioned foods were identified. One hundred and four (104 workers were studied, randomly selected. Items consumed at least once a day by 50% of the workers were: white bread, margarine, black coffee, white sugar, red beans and white rice. Variety of daily consumed foods was small. The top 30 foods on a daily basis ranged from less than 1.5 to 92%. This FFQ is easy to administer when studying the dietary intake of low-income populations.Um questionário de freqüência de consumo alimentar (QFA foi planejado para avaliar a freqüência média de consumo de alguns alimentos e caracterizar o padrão alimentar entre os trabalhadores. Uma lista de alimentos consumidos e as porções servidas, usualmente, foram obtidas através de prévias entrevistas locais, usando-se orecordatório de 24 horas e o questionário de freqüência. Uma lista foi elaborada com 127 alimentos e a composição nutricional foi calculada utilizando-se o programa DietPro versão 3.0. O QFA foiaplicado, por duas vezes, em cada indivíduo num período de seis meses. Para caracterizar o padrão de consumo alimentar, os alimentos mais freqüentemente mencionados foram identificados. Foram estudados 104 trabalhadores selecionados ao acaso. Os itens consumidos, no mínimo uma vez ao dia, por 50% dos trabalhadores foram o pão branco, margarina, café preto, açúcar branco, feijão roxinho e arroz branco. A variedade

  9. CONSUMO DE ALCOHOL EN LOS ADOLESCENTES DE CHÍA Y SU PERCEPCIÓN DEL CONSUMO Y DE LA PERMISIVIDAD PARENTAL FRENTE AL USO DE SUSTANCIAS/ ALCOHOL CONSUMPTION IN ADOLESCENTS FROM CHÍA AND THEIR PERCEPTION OF PARENTAL CONSUMPTION AND PERMISSIVENESS WITH RESPECT TO SUBSTANCE USE/ CONSUMO DE ÁLCOOL NOS ADOLESCENTES DE CHÍA E SUA PERCEPÇÃO DO CONSUMO E DA PERMISSIVIDADE PARENTAL ANTE O USO DE SUBSTÂNCIAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ángela M. Trujillo

    2013-06-01

    Full Text Available Este estudio tuvo como objetivo identificar las asociaciones entre el consumo de alcohol en adolescentes del municipio de Chía, Colombia, y la percepción que estos tienen del consumo de sustancias por parte de los padres y de la permisividad parental. Mediante un estudio correlacional se midieron las variables de interés a partir de una encuesta diseñada por los autores y aplicada a una muestra de 326 adolescentes. Los resultados mostraron una asociación positiva y significativa entre el consumo de alcohol en adolescentes y la percepción del consumo de los padres y de la permisividad parental. Se discute la importancia de generar programas preventivos que tengan presente las actitudes favorables de los padres hacia el consumo de alcohol en los adolescentes.

  10. Uso do bagaço de mandioca em substituição ao milho no concentrado para bovinos em crescimento. 2. Digestibilidade aparente, consumo de nutrientes digestíveis, ganho de peso e conversão alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ramos Paulo Roberto

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da substituição do milho pelo bagaço de mandioca no concentrado sobre a digestibilidade aparente, o consumo de nutrientes digestíveis, o ganho de peso diário médio (GPDM e a conversão alimentar (CA em bovinos em crescimento. Dezesseis novilhos mestiços machos inteiros foram distribuídos em delineamento em blocos casualizados completos em dois períodos. Quatro tipos de concentrados foram testados, em associação com o fornecimento a vontade de feno de aveia/azevém (Avena strigosa, L.; Lolium multiflorum, L. e suplementação média de concentrado de 0,83% PV. Os concentrados fornecidos aos animais diferenciaram-se pelo nível de substituição do milho por bagaço de mandioca: T1, 0; T2, 33; T3, 66 e T4, 99. Não houve efeito dos níveis de substituição do milho pelo bagaço de mandioca sobre os coeficientes de digestibilidade aparente das frações nutritivas estudadas. O consumo de fibra em detergente ácido digestível (FDAD aumentou linearmente com a substituição do milho por bagaço de mandioca. Não houve efeito dos tratamentos sobre o consumo de matéria seca digestível (MSD, matéria orgânica digestível (MOD, fibra em detergente neutro digestível (FDND, energia digestível (ED e energia metabolizável (EM, que foram, respectivamente, para T1, T2, T3 e T4, 53,51; 54,50; 53,63; e 53,69 (g MSD/ kg0,75·dia, 51,77; 52,37; 51,27; e 51,23 (g MOD/ kg0,75·dia e 30,13; 30,93; 30,46; e 30,88 (g FDND/ kg0,75·dia, 224,13; 228,51; 224,77; e 225,33 (kcal ED/ kg0,75·dia, 183,75; 187,56; 184,38; e 184,43 (kcal EM/ kg0,75·dia. Os resultados obtidos para GPDM foram 1,10; 0,95; 1,12; e 0,75 kg/animal·dia, e para CA 4,61; 6,17; 4,58; e 7,98, respectivamente, para T1, T2, T3 e T4. Os valores de GPDM e CA, para o nível de substituição de 99% do milho por bagaço de mandioca no concentrado, foram inferiores aos obtidos para os níveis de 0 e 66%, porém semelhantes aos do n

  11. Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Marcucci Leão

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O incremento da obesidade nas últimas décadas se associa às mudanças nos modos de vida da população, incluindo amplas alterações dietéticas, sobretudo na ingestão de micronutrientes. OBJETIVO: Descrever o consumo de micronutrientes e revisar sua implicação no estado nutricional. MÉTODOS: Realizou-se levantamento bibliográfico contemplando artigos nacionais e internacionais, publicados nos últimos 11 anos, nas bases de dados SciELO, LILACS, Medline e sites de organizações governamentais, usando como descritores: "micronutrientes", "consumo alimentar", "excesso de peso" , "saúde" e "estado nutricional" e suas traduções em inglês. RESULTADOS: A deficiência no consumo de micronutrientes é um problema de saúde global, atingindo cerca de 2 bilhões de pessoas, e parece se associar com maior risco de doenças e agravos não transmissíveis, incluindo a obesidade. A insuficiente ingestão de vitamina A favorece o excesso de peso por alteração no metabolismo da tireóide, enquanto a vitamina C se relaciona à síntese de carnitina e oxidação da gordura; e a vitamina D favorece o controle da saciedade e do gasto energético. Quanto aos minerais, o cálcio auxilia a regulação da termogênese e lipogênese/lipólise; e o zinco está envolvido na regulação de insulina e leptina. CONCLUSÃO: A promoção de hábitos alimentares saudáveis por meio de práticas educativas se faz necessária para maior conscientização da população acerca das implicações do consumo de micronutrientes no estado nutricional, devendo compor as estratégias de Saúde Pública de controle da obesidade e suas complicações.

  12. Acreditação de metodologias analíticas na área da química alimentar

    OpenAIRE

    Manecas, Joana Filipa Marques

    2013-01-01

    Relatório de estágio para obtenção do Grau de Mestre em Gestão da Qualidade e Segurança Alimentar apresentado à ESTM - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria. A crescente preocupação dos consumidores relativamente ao consumo de géneros alimentícios seguros e sãos foca a importância das análises laboratoriais. Desta forma surge a necessidade de confiança nos laboratórios que a conseguem pela acreditação das suas técnicas. A acreditação serve para u...

  13. Os riscos e a promoção do autocontrole na saúde alimentar: moralismo, biopolítica e crítica parresiasta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis David Castiel

    2014-05-01

    Full Text Available O artigo trata das propostas de autocuidado mediante o autocontrole na promoção da saúde alimentar, especialmente nos propósitos de se evitar o ganho de peso e o consumo de comida que não sigam o modelo da 'alimentação saudável'. Tais iniciativas se apresentam como estratégias do cuidado de si, legitimadas e naturalizadas no contexto da saúde nutricional, vinculadas a modos moralistas nas formas atuais de se levar a vida. A perspectiva crítica do estudo adota a biopolítica como enfoque teórico e a 'parresia cínica', como linha de argumentação, própria do Cinismo como doutrina filosófica, desenvolvida posteriormente por Michel Foucault em seus estudos sobre o cuidado de si.

  14. Inquérito sobre o consumo de alimentos possíveis de contaminação por micotoxinas na ingesta alimentar de escolares da cidade de Lavras, MG Inquiry on the consumption of meals susceptible to contamination by mycotoxins in alimentary ingesta of scholars of the city of Lavras, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozane Aparecida da Silva

    2007-04-01

    Full Text Available Com presente trabalho, objetivou-se investigar a alimentação de alunos em idade escolar, de quatro escolas da rede estadual e particular da cidade de Lavras,MG, supostamente contaminada com micotoxinas O universo amostral constou de escolares de 1ª e 2ª séries do ensino fundamental, totalizando 197 alunos. A avaliação do consumo alimentar dos escolares foi efetuada utilizando-se dois tipos de inquéritos dietéticos: o recordatório de 24 horas e o questionário de freqüência alimentar (QFA. De posse dos dados referentes do recordatório de 24 horas e o QFA, promoveu-se uma seleção entre os alimentos citados, caracterizando-os como alimentos com maior potencial de risco com relação à contaminação com micotoxinas. As análises descritivas da população de escolares indicaram uma população com boa distribuição amostral em função do sexo com 45,2% (meninos e 54,8% (meninas. Não foi observada uma relação entre o grau de escolaridade das mães e o padrão alimentar dos escolares, uma vez que 60,9% das mães apresentaram um nível de escolaridade correspondente ao 1º grau do ensino fundamental. Dos alimentos selecionados no grupo de risco de contaminação de micotoxinas, observou-se que 49,7% das crianças entrevistadas apresentaram uma ingestão superior a 72,6% do seu valor calórico total (VCT obtido de alimentos desse grupo embora tenham sido observadas dissimilaridades entre as escolas com relação aos alimentos ingeridos. As análises do consumo energético individual apresentaram uma ingestão de alimentos de risco acima de 72,5%, sendo 41,5% representados na Escola A, 61% na Escola B, 33,3% na Escola C e 64,7% na Escola D. Conclui-se, nesta pesquisa, que a população apresenta um perfil de alta ingestão de alimentos considerados de risco para micotoxinas, existindo a necessidade de adequação da dieta, visando reduzir a exposição a esse risco.The present work was intended to investigate the feeding of students

  15. Intake and apparent digestibility of rations containing different proportions of Coastcross (Cynodon dactylon (L. Pers. hay plus ground soybean grain and sheep eating behaviour/ Consumo e digestibilidade aparente de rações com diferentes proporções de feno de capim Coastcross (Cynodon dactylon (L. Pers. e soja crua moída e comportamento alimentar de ovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Rodrigues Casimiro

    2006-07-01

    ções diárias, cada qual contendo a metade da quantidade de alimento a ser fornecido ao dia. Foram feitas observações etológicas durante 12 horas seguidas, nos três últimos dias do período de consumo voluntário, onde foram coletados dados de tempo de ingestão de ração, de ruminação e de repouso. A coleta de fezes foi efetuada duas vezes ao dia através das bolsas coletoras. Observou-se que não houve diferença (p > 0,05 entre tratamentos para o consumo médio diário (CMD de nutrientes pelos animais, com exceção da proteína bruta e extrato etéreo. Os coeficientes de digestibilidade aparente (CDA da matéria seca (MS, fibra bruta (FB e carboidratos totais (CT foram maiores (p < 0,05 nos animais submetidos ao consumo restrito. Não houve diferença na digestibilidade dos nutrientes estudados entre os tratamentos. O tempo despendido em alimentação e ruminação não foi influenciado pelo nível de concentrado da ração, mas o tempo despendido em ócio foi maior no tratamento com maior teor de concentrado. Pode-se concluir que os animais alimentados com 80% de feno de Coastcross e 20% de soja apresentaram maior CMD de PB e EE. Os CDA da MS, FB e CT das rações foram maiores em animais submetidos ao consumo restrito. O nível de.

  16. Avaliação dos efeitos do aspartame sobre a ingestão alimentar, os parâmetros físicos, bioquímicos e histopatológicos em ratos Wistar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.E. Silva

    Full Text Available RESUMO Nos últimos anos, tem-se observado um aumento no consumo de alimentos diet e light por adolescentes ou por aqueles que estão à procura de uma alimentação com baixo teor calórico, surgindo, assim, diversos edulcorantes, como o aspartame. Porém, seu consumo ainda gera polêmica, devido a muitos dados contraditórios e inconclusivos. Diante disso, objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação de aspartame sobre ingestão alimentar, parâmetros físicos, bioquímicos e histopatológicos em 18 ratos machos da linhagem Wistar, com cinco semanas de vida (ratos jovens, tratados durante 21 dias. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos: grupo controle (GC - tratados com água destilada por gavagem, e o grupo aspartame (GA - tratados diariamente com 2mL/100g/dia de aspartame. Todos os animais receberam ração comercial (Essence(r e água ad libitum. O controle da ingestão alimentar foi registrado semanalmente. Foram aferidos os parâmetros físicos por meio da análise do peso corporal, da circunferência toráxica, da circunferência abdominal, do comprimento vértice-cóccix, da gordura abdominal total e do cálculo do índice de massa corporal; os parâmetros bioquímicos foram analisados por meio da glicemia, da lipoproteína de alta densidade e dos triglicerídeos; além de tais análises, foi realizado o estudo histopatológico do fígado. Durante todo o experimento, os ratos tratados com aspartame apresentaram um aumento significativo no peso corpóreo e na ingestão alimentar quando comparados ao grupo controle. Não houve diferença nas demais análises tanto físicas, quanto bioquímicas e histopatológicas comparando-se o GA com o GC (P<0,05. Com base nos resultados obtidos, é possível inferir uma maior chance de desenvolvimento da obesidade, oriunda do consumo regular desse tipo de adoçante, já que ele comprovou ser capaz de estimular o consumo de alimentos e, consequentemente, o ganho de peso corpóreo.

  17. Uso referido de medicamentos e suplementos alimentares nos atletas selecionados para controle de doping nos Jogos Sul-Americanos Uso referido de medicinas y suplementos alimenticios en los atletas seleccionados para control de doping en los Juegos Sudamericanos Referred use of medication and dietary supplements in athletes selected for doping control in the South-American Games

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Henrique De Rose

    2006-10-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi descrever a prevalência do uso de medicamentos e suplementos alimentares em atletas que participaram dos controles obrigatórios de dopagem dos VII Jogos Desportivos Sul-Americanos, realizados em quatro cidades brasileiras, analisando estatisticamente um quesito proposto no controle de dopagem e relativo às substâncias utilizadas nos dias que antecederam a competição. Foram analisados dados coletados em 234 atletas de 25 esportes dos Jogos, 136 do sexo masculino e 98 do feminino, distribuídos entre os 13 países participantes. Constatou-se que no controle de doping, 44% dos atletas informaram a utilização de medicamentos até três dias antes da competição. Estes medicamentos foram classificados em antiinflamatórios não esteróides (AINEs (24,8%, analgésicos (15,9%, antibióticos (4,3%, antigripais (3% e outros medicamentos (19,3%. Relataram o uso de suplementos alimentares 50% de atletas da amostra estudada, sendo este grupo dividido em vitaminas (39,7%, sais minerais (21,9%, aminoácidos (18,9% e outras substâncias (13,3%. Os autores concluem que há um uso exagerado de antiinflamatórios e analgésicos em várias modalidades desportivas, o que causa preocupação em termos de controle de sintomatologia dos atletas em competição, além de uso excessivo de suplementos alimentares, para os quais não existe indicação específica, e que podem ocasionar um eventual resultado analítico adverso no controle de doping por contaminação ou manipulação.El objetivo del presente estudio ha sido el de describir la prevalencia del uso de medicamentos y suplementos alimenticios en atletas que participaron de los controles obligatorios de dopaje de los VII Juegos Deportivos Sudamericanos, realizados en cuatro ciudades brasileñas, analizando estadísticamente un requisito propuesto en el control de dopaje relativo a substancias utilizadas durante días que antecedieron a la competición. Fueron

  18. Representações sobre segurança alimentar e nutricional nos discursos de um Conselho de Alimentação Escolar Representations on food security in the speeches of a Council of School Feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciara Souza Gallina

    2012-03-01

    Full Text Available Este trabalho objetiva conhecer as representações sobre segurança alimentar e nutricional dos membros do Conselho de Alimentação Escolar de um município do oeste catarinense. O conceito de segurança alimentar e nutricional consiste na realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras da saúde, que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis. O Programa Nacional de Alimentação Escolar é uma das mais importantes estratégias adotadas pelo Governo Federal com vistas à melhoria das condições de segurança alimentar e nutricional da população escolar. Os Conselhos de Alimentação Escolar são estruturas flexíveis de gestão dessa política pública, pela via do controle social. Este se trata de um estudo transversal qualitativo, que adota o referencial teórico-metodológico da análise de conteúdo e da teoria das representações sociais. São entrevistados todos os membros do conselho municipal de alimentação escolar (n=14. As falas são agrupadas em categorias, sendo as mais citadas: higiene (n=12, qualidade nutricional (n=8, aceitabilidade (n=4 e acesso regular (n=3. As categorias sustentabilidade e direito à alimentação não são citadas. A configuração do conselho sugere pouca representatividade. Os resultados indicam a necessidade de qualificação dos conselhos no sentido da construção de uma participação social comprometida e de uma compreensão ampliada sobre segurança alimentar e nutricional, de forma a contribuir para o exercício de um controle social efetivo e sintonizado com a política de alimentação escolar.This study aimed to investigate the representations on food security of the members of a School Feeding Board in a city located in the western region of the State of

  19. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-01-01

    Full Text Available A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.

  20. Plasma zinc and hair zinc levels, anthropometric status and food intake of children in a rural area of Brazil Zinco plasmático e zinco capilar, antropometria e consumo alimentar de crianças em uma região rural do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mark Anthony Beinner

    2010-02-01

    altura-para-idade, expressos em escore-Z, foram medidos, de acordo as curvas de referência da Organização Mundial de Saúde. O zinco dietético dos sujeitos foi avaliado a partir de três registros alimentares, preenchidos pelas mães ou responsáveis. RESULTADOS: A deficiência de zinco foi observada em 11,2% e em 16,8% das crianças, segundo os níveis de zinco plasmático e zinco capilar, respectivamente. As médias em crianças com 11 meses ou menos (49 e 11 (127 meses ou mais de idade para níveis de zinco plasmático e zinco em cabelos foram 15,4 (DP=4,2 µmol L-1 e 139,5 (DP= 72,1 µg g-1 e 16,0 (DP= 4,5 µmol L-1 e 134,3 (DP=110,3 µg g-1, respectivamente. Os resultados antropométricos mostraram que 8,0%, 6,8% e 3,4% das crianças foram classificadas com baixo peso, baixa estatura e emagrecidas, respectivamente. A média do consumo dietético de zinco pelas crianças foi de 3,2 (DP=2,3 mg/zinco por dia, e um terço das crianças consumiam alimentos fonte de zinco abaixo do recomendado. Não houve correlação entre as variáveis zinco plasmático, zinco em cabelos, antropometria e consumo de zinco. CONCLUSÃO: Os resultados demonstram que a deficiência de zinco é um problema na população estudada, não somente nas crianças desnutridas. Atenção nutricional deverá ser direcionada a esta população, com o intuito de melhorar o consumo de alimentos ricos neste mineral e monitorar a deficiência de zinco.

  1. Botulismo de origem alimentar

    OpenAIRE

    Cereser,Natacha Deboni; Costa,Fernanda Malva Ramos; Oswaldo Durival ROSSI JÚNIOR; Silva,Décio Adair Rebellatto da; Sperotto,Vitor da Rocha

    2008-01-01

    O botulismo alimentar ocorre pela ingestão de toxinas pré-formadas pelo Clostridium botulinum, consideradas as mais potentes dentre as toxinas conhecidas. Caracteriza-se como uma doença de extrema gravidade, de evolução aguda, provoca distúrbios digestivos e neurológicos, em conseqüência à ingestão de diversos tipos de alimentos. As conservas caseiras estão entre os alimentos que oferecem maior risco à população consumidora. Os produtos de origem animal são frequentemente associados aos surto...

  2. Interação entre consumo alimentar e polimorfismos da GSTM1 e GSTT1 no risco para o câncer de cabeça e pescoço: estudo caso-controle em São Paulo, Brasil Interaction between dietary intake and GSTM1 and GSTT1 polymorphisms in head and neck cancer risk: a case-control study in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dirce Maria Lobo Marchioni

    2011-02-01

    Full Text Available O objetivo foi investigar a interação entre fatores dietéticos e polimorfismos de enzimas de metabolização de xenobióticos (GSTM1 e GSTT1 associadas ao câncer de cabeça e pescoço em um estudo caso controle de base hospitalar, no Município de São Paulo, Brasil. Participaram 103 casos incidentes, histologicamente confirmados, e 101 controles. O consumo alimentar foi obtido por um questionário de frequência alimentar validado. Os polimorfismos GSTM1 e GSTT1 foram avaliados pelo método PCR. Observou-se aumento de risco no mais alto tercil de consumo de carne bovina na presença do alelo nulo da GSTM1 (OR = 10,79; IC95%: 2,17-53,64 e GSTT1 (OR = 3,41; IC95%: 0,43-27,21. Considerando-se a razão entre alimentos de origem animal e vegetal, verificou-se para o tercil intermediário a OR = 2,02 (IC95%: 0,24-16,0 e no tercil superior OR = 3,23 (IC95%: 0,40-25,92. Os resultados apontam para uma possível interação entre o consumo de carne e variantes polimórficas dos genes GSTM1 e GSTT1 na modulação do risco para o câncer de cabeça e pescoço, influenciados pelo consumo de alimentos de origem vegetal.A hospital-based case-control study was conducted to investigate the potential interaction between dietary factors and polymorphisms in phase II metabolic enzymes GSTM1 and GSTT1, associated with head and neck cancer risk. The study included 103 histologically confirmed incident cases and 101 controls. Food intake was estimated with a validated food frequency questionnaire. The gene polymorphisms were evaluated by PCR. Increased risk was observed in the highest tertile of beef consumption in the presence of the GSTM1 (OR = 10.79; 95%CI: 2.17-53.64 and GSTT1 null alleles (OR = 3.41; 95%CI: 0.43-27.21. Assessment of dietary intake considering the ratio between animal product and vegetable consumption showed OR = 2.35 (95%CI: 0.27-19.85 in the intermediate tertile and OR = 3.36 (95%CI: 0.41-27.03 in the highest tertile. The results suggest a

  3. A soberania alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chonchol Jacques

    2005-01-01

    Full Text Available ESTE artigo enfoca os problemas da situação alimentar da humanidade desde a conjuntura dos anos de 1930 até o presente. O autor, historiando o problema da relação entre a agricultura e os fenômenos da subalimentação e da fome, apresenta as possíveis opções para um futuro imediato (2010, polêmica na qual toma partido por uma das hipóteses em voga, não sem antes refletir sobre a situação em diversas latitudes do mundo (África, Oriente Médio... e especificamente em Nossa América, região para a qual adverte que, dadas as mudanças na estrutura do mercado, se está produzindo uma forte tendência à concentração e internacionalização da produção, com o conseqüente desaparecimento da soberania alimentar.

  4. Tratamento farmacológico de transtornos alimentares Pharmacological treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Tapia Salzano

    2004-01-01

    Full Text Available Os autores revisaram a literatura a respeito do tratamento farmacológico para transtornos alimentares, incluindo anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno da compulsão alimentar periódica. São apresentadas evidências clínicas relacionadas ao uso de psicofármacos nos transtornos alimentares e apontadas, ainda, as perspectivas futuras para o tratamento.The authors have revised the literature about the pharmacological treatment of eating disorders, including anorexia nervosa, bulimia nervosa and binge-eating disorder. Clinical evidences of the medications action in eating disorders are presented, and future perspectives for the treatment are indicated.

  5. Transtornos alimentares na infância e na adolescência

    OpenAIRE

    Gonçalves,Juliana de Abreu; Moreira,Emilia Addison M.; Trindade,Erasmo Benício S. de M.; Fiates,Giovanna Medeiros R.

    2013-01-01

    OBJETIVO: Discutir os transtornos alimentares em crianças e adolescentes quanto às suas características e fatores de risco. FONTES DE DADOS: A pesquisa de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed e SciELO pela combinação dos termos 'crianças', 'adolescentes', 'comportamento alimentar', 'transtorno alimentar', 'bulimia' e 'anorexia', nos idiomas português e inglês. Foram considerados os artigos publicados entre 2007 e 2011, sendo selecionados 49 que analisaram o desenvolvimento do compo...

  6. Hábitos alimentares de escolares adolescentes de Pelotas, Brasil

    OpenAIRE

    Neutzling, Marilda Borges; Assunção, Maria Cecília Formoso; Malcon,Maura Cavada; Hallal, Pedro Curi; Menezes, Ana Maria Baptista

    2010-01-01

    OBJETIVO: Descrever a frequência com que escolares adolescentes de Pelotas (RS) estão seguindo as recomendações nacionais para uma alimentação saudável. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado a um estudo longitudinal em 2004, incluindo adolescentes de 13 e 14 anos matriculados em 32 escolas públicas de Pelotas (RS). A amostra incluiu 2.209 adolescentes. Para avaliação da frequência de consumo alimentar, foi utilizado questionário proposto pelo Instituto Nacional do Câncer. Foram construídos des...

  7. CONSUMO ALIMENTAR DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DO SEXO FEMININO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Fujimori

    Full Text Available Realizou-se um estudo dietético com o objetivo de caracterizar o padrão nutritional de estudantes universitários do sexo feminino, utilizando-se o método de pesagem direta dos alimentos. Os resultados revelaram deficiência vitamínico-mineral (predominantemente de ferro, cálcio e tiamina na dieta, quando comparados com as recomendações dietéticas.

  8. Influence of Lifestyles Related to Eating Habits in Ready Meal Consumption: comparative study between São Paulo and RomeInfluência de Estilos de Vida Associados a Hábitos Alimentares no Consumo de Pratos Prontos: estudo comparativo entre São Paulo e RomaInfluencia de Estilos de Vida Asociados a Hábitos Alimenticios en el Consumo de Comidas Preparadas: estudio comparativo entre São Paulo y Roma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SIEKIERSKI, Paulette

    2013-09-01

    Full Text Available ABSTRACTThe main objective of this paper was to identify consumers’ food-related life style toward ready meals in Brazil and Italy. Our specific objectives were (1 to adapt and validate the Bae, Chae and Ryu (2010 scale and (2 to compare and associate the lifestyles to social-demographic characteristics. Consumers are working longer hours, spending more time in traffic and longing to maximize leisure time, which has been increasingly limited. As a result, they demand products and services that facilitate and support their busy lives. A survey was conducted and the research dataset was comprised of a non-probabilistic sample of 155 questionnaires from Italian consumers from Rome and 200 Brazilians from the city of São Paulo. Among the main results, it was shown that the Romans value the tradition and health dimensions more, whereas consumers from São Paulo value convenience and taste. The gender, age, number of people in the household and type of family variables are associated to the attitudes toward ready meal, as well as with its effective consumption. It is believed that these results may be relevant both for the development of new products and for the placement of products and brands active in these markets, or even to identify new market segments or understand different generations of consumers.RESUMOO principal objetivo deste trabalho é identificar os estilos de vida relacionados ao consumo de pratos prontos no Brasil e na Itália. Como objetivos específicos têm-se (1 validar a escala de Bae, Chae e Ryu (2010 nos contextos brasileiro e italiano e (2 comparar e relacionar os estilos de vida a características sociodemográficos. Sabe-se que mudanças no estilo de vida de indivíduos do mundo ocidental têm aumentado a demanda por conveniência na preparação das refeições. Consumidores trabalham mais horas, gastam mais tempo no trânsito e desejam maximizar o tempo de lazer cada vez mais limitado, exigindo, assim, produtos e servi

  9. Qualitative feed restriction for heavy swines: effect on digestibility and weight of organs of digestive tract, and environmental impact of feces Restrição alimentar qualitativa para suínos pesados: efeito sobre digestibilidade e peso dos órgãos do trato digestório e impacto ambiental das fezes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.L. Fraga

    2009-12-01

    Full Text Available A total of 50 barrows were used to evaluate qualitative feed restriction on digestibility of dietary components, weight of organs of digestive tract, and composition and production of feces. Five experimental diets, with increasing levels of qualitative feed restriction of 0, 5, 10, 15, and 20% were used. There was linear reduction (PForam utilizados 50 suínos machos castrados para avaliar o efeito da restrição alimentar qualitativa sobre a digestibilidade dos componentes dietéticos, os órgãos do trato digestório, a composição e a produção fecal. Foram utilizadas cinco dietas experimentais, com níveis de restrição qualitativa de 0, 5, 10, 15 e 20%. Houve redução linear (P<0,001 para todos os coeficientes de digestibilidade, com exceção da fibra em detergente ácido, que apresentou resposta quadrática (P<0,05. Os teores de sólidos totais (P<0,01 e voláteis (P<0,05, e minerais totais (P<0,001 nas fezes aumentaram com os níveis de restrição alimentar, enquanto os níveis de K (P<0,05, Cu (P<0,01 e de N, P, Na, Ca, Mg, Fe e Zn (P<0,001, apresentaram resposta quadrática. A excreção diária de fezes, sólidos totais e voláteis, minerais totais, N, P, K, Mn e Cu (P<0,001, Ca, Na, Mg e Fe (P<0,05 apresentaram aumento em função do nível da restrição alimentar qualitativa. A restrição qualitativa pode ser alternativa para destinação de resíduos da agroindústria, conferindo boas propriedades às fezes suínas, no que diz respeito à utilização para adubação de culturas.

  10. Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maichelei Hoffmann

    2015-05-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os padrões alimentares e sua relação com o estado menopáusico.Métodos: Estudo transversal com 646 mulheres em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil. O consumo alimentar foi avaliado por questionário de frequência e cinco padrões alimentares foram identificados através da análise de componentes principais. O estado menopáusico foi classificado em pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa.Resultados: Identificaram-se cinco padrões alimentares: frutas e verduras, brasileiro (arroz, feijão e leite, lanches (bolo, xis, pizza, cuca, prudente (peixe, suco natural, pão integral e sopa de legumes e regional (alimentos típicos na serra gaúcha como carnes vermelhas, aipim e massas. Após ajuste para características sociodemográficas, não verificou-se associação significativa entre o estado menopáusico e os padrões alimentares. Apenas idade, escolaridade e renda mostraram-se associadas com padrões alimentares.Conclusão: Foram identificados cinco padrões alimentares que descreveram o consumo alimentar da população estudada, sendo estes semelhantes ao indicado como ideal para a população brasileira. Nossos achados indicam que o padrão alimentar das mulheres no climatério possui influência significativa da idade, escolaridade e renda e que não sofre influência do estado menopáusico.

  11. Intoxicação experimental de suínos por fumonisinas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dilkin Paulo

    2004-01-01

    Full Text Available Os efeitos da exposição oral prolongada (28 dias à fumonisina foram estudados em suínos jovens. Os animais foram divididos em três grupos experimentais e alimentados com ração ad libitum contendo: A 0mg de FB1.kg-1 (controle; B 10mg de FB1.kg-1; C 30mg de FB1.kg-1. Os suínos foram observados duas vezes por dia; seus pesos e consumo alimentar foram registrados semanalmente. Entre o 20º e 24º dia de intoxicação, os suínos do tratamentos C apresentaram diminuição do consumo de ração e ganho de peso, sinais característicos de edema pulmonar, razão pela qual um animal foi levado a óbito aos 23 dias de intoxicação. Após 28 dias, os animais foram necropsiados e os órgãos submetidos a análises macroscópica, histopatológica e ao estudo da morfologia e histologia intestinal. Nos suínos que apresentaram sinais clínicos de intoxicação, observaram-se lesões pulmonares, hepáticas e diminuição de altura das vilosidades e profundidade das criptas e hiperplasia glandular em segmentos intestinais. Conclui-se, portanto, que substanciais perdas de produtividade podem ser induzidas em suínos alimentados com ração contaminada com baixos níveis de fumonisinas.

  12. Consumo responsable

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Educadores por la sostenibilidad

    2007-01-01

    Full Text Available Hablar de consumo moderado es plantear el problema del hiperconsumo de las sociedades “desarrolladas” y de los grupos poderosos de cualquier sociedad, que sigue creciendo como si las capacidades de la Tierra fueran infinitas. Baste señalar que los 20 países más ricosdel mundo han consumido en este siglo más naturaleza, es decir, más materia prima y recursos energéticos no renovables, que toda la humanidad a lo largo de su historia y prehistoria

  13. Vegetarianismo e comportamento alimentar : comportamentos alimentares disfuncionais e hábitos alimentares em dietas vegetarianas

    OpenAIRE

    Rola, Catarina, 1988-

    2016-01-01

    Tese de mestrado, Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2016 As escolhas alimentares exercem uma influência significativa na génese, manutenção e agravamento do quadro clínico do paciente. Quando corretamente planeadas, as dietas apoiadas no vegetarianismo são nutricionalmente equilibradas. Contudo, dada a legitimidade da restrição alimentar que lhe é característica, a comunidade científica levanta a hipótese de esta mascarar comporta...

  14. Consumo e desejo na cultura do narcisismo

    OpenAIRE

    Pedro de Santi

    2008-01-01

    Neste artigo, pretendo mostrar como o conceito de cultura do narcisismo, criado pelo antropólogo americano Christopher Lash nos anos 1970, pode nos ajudar a pensar sobre alguns padrões de consumo em nosso mundo contemporâneo. Trabalho também com o psicanalista Jurandir Freire-Costa, o sociólogo Zygmunt Bauman e teses minhas para tentar compreender como se altera a forma de consumir em decorrência da crise da Modernidade. Palavras-chave: Consumo; desejo; narcisismo; Modernidade. ...

  15. Modificações no consumo de bebidas de adolescentes de escolas públicas na primeira década do século XXI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana Silva Monteiro

    Full Text Available RESUMO: Objetivo: Avaliar mudanças no consumo de bebidas em adolescentes entre 2003 e 2008. Métodos: Foram realizados dois estudos transversais de base escolar com estudantes de 12 a 19 anos de idade de escolas públicas de Niterói, Rio de Janeiro. Dados de três registros alimentares foram utilizados para estimar o consumo médio diário, de dias de semana e de final de semana (volume e a contribuição para a ingestão diária de energia de leite, bebidas à base de leite, bebidas com adição de açúcar, suco de frutas frescas, bebidas cafeinadas e bebidas alcoólicas. Foram utilizados Modelos Lineares Generalizados (GLM para estimar médias ajustadas por idade e as diferenças nos estimadores segundo os dias de semana. Resultados: Foram investigados 433 adolescentes em 2003 e 510 foram investigados em 2008. A prevalência de excesso de peso foi de 17% em 2003 e de 22% em 2008 (p > 0,05. O leite foi a bebida mais consumida, sendo relatada por 89% dos adolescentes, seguido dos refrigerantes (75%. De maneira geral, no período de cinco anos, verificou-se aumento da prevalência de consumo de bebidas alcoólicas, bebidas à base de xarope de guaraná e sucos processados, especialmente nos dias de semana. O refrigerante foi a bebida que mais contribuiu para o consumo energético total, correspondendo, em média, a 4% da ingestão energética diária. Conclusão: As principais mudanças no perfil de consumo de bebidas entre os adolescentes de Niterói na primeira década do século XXI foram a tendência para redução do consumo de leite e o aumento no consumo das bebidas processadas e das bebidas alcoólicas.

  16. "Abra a felicidade"? Implicações para o vício alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lydia Sawaya

    2013-01-01

    Full Text Available Quase dois bilhões de pessoas tem excesso de peso. Esse distúrbio alimentar vem acometendo cada vez mais crianças/adolescentes. Embora seja uma doença multicausal, há forte evidência da influência da propaganda e do ambiente obesogênico na mudança dos hábitos alimentares. As indústrias/comércio de alimentos desenvolveram técnicas capazes de gerar consumo excessivo através do desenvolvimento de sabores, imagens e técnicas de persuasão, e da produção de alimentos ricos em açúcar, sal e gordura que são nutrientes recompensadores e podem gerar vício alimentar. Este artigo debruça-se sobre a influência do consumo de alimentos palatáveis na neuroanatomia funcional do prazer e sua implicação para o vício alimentar. Discute ainda o Modelo Transteórico como ferramenta para intervenção no tratamento da obesidade.

  17. Avaliação do consumo alimentar residual em touros jovens da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i4.6464 Evaluation of residual feed intake in young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test - DOI: 10.4025/actascianimsci.v30i4.6464

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivone Yurika Mizubuti

    2009-03-01

    Full Text Available Este trabalho avaliou as características: idade, peso, ganho de peso diário (GPD, ingestão de matéria seca (IMS, conversão alimentar (CA, eficiência alimentar (EA e consumo alimentar residual (CAR de tourinhos da raça Nelore Mocho em prova de desempenho animal (PDA. Foram utilizados 30 animais, inteiros, com idade inicial de 243,6±30,4 dias. Alimentos e sobras individuais foram quantificados diariamente. A classificação baseou-se no índice de prova de desempenho animal (IPDA. Para CAR não houve diferença (p > 0,05 entre a média dos grupos. As variáveis peso e GPD não foram correlacionadas com CAR. Houve alta correlação entre CAR e CA. EA e CA apresentaram correlação com CAR. O IPDA apresentou alta correlação com a IMS (r = 0,75. Comparado o CAR médio entre os tourinhos, observou-se que animais menos eficientes apresentaram IMS 27,7% superior aos animais mais eficientes. A variável IPDA não identificou os mais eficientes na utilização de alimentos, pois houve baixas correlações com CA, EA e CAR. Pode-se concluir que a seleção de tourinhos pelo IPDA elege os que ganham mais peso, porém estes apresentam maior IMS. É possível aprimorar a metodologia de seleção com a inclusão do CAR.This study evaluated the characteristics: age, weight, daily weight gain (DWG, dry matter intake (DMI, feed conversion (FC, feed efficiency (FE and residual feed intake (RFI of young bulls of the Polled Nellore breed in a performance test. Thirty bulls, with initial age of 243.6±30.4 days were used. Dry Matter Intake (DMI was quantified daily for each animal. The animals were classified by the performance test index (PTI. RFI did not show differences (p > 0.05 among the averages of the groups. The variables weight and DWG were not correlated with RFI. There was high correlation between RFI and FC. FE and FC showed correlation with RFI. The PTI showed high correlation with DMI (r = 0.75. When comparing mean RFI among the bulls, it was

  18. Tratamento nutricional dos transtornos alimentares Nutritional treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andréa Romero Latterza

    2004-01-01

    Full Text Available Pacientes com transtornos alimentares possuem inadequações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentar, além de diversas crenças equivocadas sobre alimentação, o que geralmente acarreta piora do estado nutricional. O tratamento nutricional visa a reverter tais alterações e promover hábitos alimentares saudáveis e melhor relação para com o alimento. Os objetivos e características do tratamento diferem para a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, contudo, usualmente, a abordagem é dividida em duas fases: a educacional, cujas principais metas são a regularização do hábito alimentar e o aumento do conhecimento nutricional, e a experimental, que visa a propiciar maior reabilitação nutricional e mudanças mais profundas no comportamento alimentar. As evidências existentes sugerem que o tratamento nutricional promove a melhora de tais parâmetros, porém, alguns comportamentos alimentares, como a sensação de incompetência ao lidar com os alimentos, permanecem. Desta forma, mais estudos são necessários para que se possa de fato avaliar a eficácia da abordagem nutricional.Patients with eating disorders have disturbed food intake, food pattern, food behavior, and mistaken beliefs about food and nutrition, which can worsen nutritional status. The nutritional treatment aims to revert such alterations and to promote better food habits and relationship with food. The objectives and characteristics of the treatment are different for anorexia nervosa and bulimia nervosa, but usually the approach has two phases: the educational phase, whose major goals are regularization of food habits and increase of nutrition knowledge; and the experimental phase, whose targets are better nutritional rehabilitation and more complex improvements of nutritional behavior. Evidence suggests that nutritional treatment can ameliorate such parameters, but some inadequate food behaviors remain, such as feeling of incompetence while dealing with

  19. Fatores de risco para anemia em lactentes atendidos nos serviços públicos de saúde: a importância das práticas alimentares e da suplementação com ferro Risk factors for anemia in infants assisted by public health services: the importance of feeding practices and iron supplementation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle G. Silva

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores de risco para anemia em lactentes atendidos nos serviços públicos de saúde. MÉTODOS: Em estudo transversal, foram avaliadas 205 crianças de 6 a 12 meses no município de Viçosa (MG. A coleta de dados envolveu variáveis socioeconômicas, ambientais e biológicas, bem como aquelas relacionadas ao estado nutricional, à mãe, ao nascimento, ao cuidado com a saúde infantil, às práticas alimentares e à suplementação com ferro. O diagnóstico da anemia baseou-se nos valores de hemoglobina inferiores a 11 g/dL, utilizando o fotômetro portátil Hemocue. Na análise da associação das variáveis com a anemia, foi utilizada a regressão logística múltipla hierarquizada. RESULTADOS: A prevalência de anemia foi de 57,6%. Apresentaram maior chance de anemia os lactentes que pertenciam às famílias com renda per capita inferior a 0,5 salário mínimo, não consumiam frutas diariamente e não ingeriam suplementos medicamentosos com ferro. CONCLUSÃO: A adequada assistência à saúde e nutrição das famílias de baixa renda, o incentivo às práticas alimentares saudáveis e a prescrição de suplementos medicamentosos com ferro são medidas de grande importância para a prevenção e o controle da anemia entre os lactentes atendidos nos serviços públicos de saúde.OBJECTIVE: To investigate risk factors for anemia in infants assisted by public health services. METHODS: In a cross-sectional study carried out in Viçosa, state of Minas Gerais, Brazil, 205 children from 6 to 12 months were evaluated. Socioeconomic, environmental and biological data were collected, as well as information on child's birth, nutritional status, maternal data, child health care practices, feeding practices, and iron supplementation. Diagnosis of anemia was based on hemoglobin levels under 11 g/dL, using a portable Hemocue photometer. To analyze variables associated with anemia, a hierarchical logistic regression model was used

  20. Abordagem laboratorial no diagnóstico da alergia alimentar

    OpenAIRE

    Cocco,Renata Rodrigues; Camelo-Nunes,Inês Cristina; Pastorino,Antonio Carlos; Silva, Luciana; Roseli Oselka S Sarni; Rosário Filho,Nelson Augusto; Solé, Dirceu

    2007-01-01

    P. 258-265, OBJETIVO: Revisar os exames laboratoriais disponíveis utilizados no diagnóstico da alergia alimentar mediada ou não por IgE. FONTES DE DADOS: Artigos publicados em base de dados PubMed e Embase (língua inglesa e portuguesa) nos últimos dez anos. As palavras-chave utilizadas como fonte de busca foram "alergia alimentar", "diagnóstico" e "laboratório", isolados e/ou associados. SÍNTESE DOS DADOS: A abordagem diagnóstica das reações alérgicas a alimentos inclui história clín...

  1. Avaliação antropométrica e consumo alimentar em crianças menores de cinco anos residentes em um município da região do semiárido nordestino com cobertura parcial do programa bolsa família Anthropometric assessment and food intake of children younger than 5 years of age from a city in the semi-arid area of the Northeastern region of Brazil partially covered by the bolsa família program

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Regina Dias Médici Saldiva

    2010-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar as condições de saúde e nutrição de crianças menores de cinco anos, e associar a qualidade do consumo alimentar aos beneficiários do Programa Bolsa Família de um município do semiárido brasileiro. MÉTODOS: Foram avaliadas 189 crianças, a partir de uma amostragem de 411 domicílios do município de João Câmara (RN. Foram realizadas medidas de peso e altura, e levantadas às condições socioeconômicas e determinação dos hábitos alimentares. Para o diagnóstico nutricional das crianças foram utilizados os indicadores Peso/Idade, Altura/Idade e Peso/Altura. Análises univariadas foram realizadas e modelos bivariados e multivariados de regressão logística foram construídos para testar a hipótese do estudo. RESULTADOS: O déficit de peso foi de 4,3% e o de altura de 9,9%, e o excesso de peso de 14,0%. Não foram encontradas diferenças estatísticas entre o estado nutricional de crianças beneficiárias e não beneficiárias do Programa Bolsa Família. Em ambos os grupos, os consumos de frutas, verduras e legumes foram baixos e semelhantes entre si. As crianças do programa bolsa família têm risco três vezes maior de consumir guloseimas (OR 3,06 - IC 1,35-6,95. CONCLUSÃO: Os resultados do padrão de consumo alimentar dessa população apontam para uma situação de "risco alimentar e nutricional", e exigem uma intervenção por parte dos profissionais de saúde para a promoção da alimentação saudável.OBJECTIVE: The objective of this study was to assess the health and nutritional status of children under five years of age and to associate the quality of the foods consumed with the Bolsa Família Program in a city located in the Brazilian semi-arid region. METHOD: A total of 189 children from a sample of 411 households in the city of João Câmara (RN were assessed. Weight and height were measured and socioeconomic and food habits were determined with the use of questionnaires. The nutritional status of

  2. Transtornos alimentares na infância e na adolescência Trastornos alimentares en la infancia y adolescencia y factores de riesgo Eating disorders in childhood and adolescence

    OpenAIRE

    Juliana de Abreu Gonçalves; Moreira,Emilia Addison M.; Erasmo Benício S. de M. Trindade; Giovanna Medeiros R. Fiates

    2013-01-01

    OBJETIVO: Discutir os transtornos alimentares em crianças e adolescentes quanto às suas características e fatores de risco. FONTES DE DADOS: A pesquisa de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed e SciELO pela combinação dos termos 'crianças', 'adolescentes', 'comportamento alimentar', 'transtorno alimentar', 'bulimia' e 'anorexia', nos idiomas português e inglês. Foram considerados os artigos publicados entre 2007 e 2011, sendo selecionados 49 que analisaram o desenvolvimento do compo...

  3. Padrão alimentar de risco para as doenças crônicas não transmissíveis e sua associação com a gordura corporal - uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edynara Cristiane de Castro Azevedo

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo do presente artigo é revisar estudos sobre padrão alimentar de risco para as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT e sua associação com a gordura corporal em adultos, publicados entre os anos de 2005 e 2012. Os artigos foram revisados sistematicamente de forma independente por 2 pesquisadores, utilizando os descritores: food consumption, chronics diseases, anthropometry, body fat e adults, nas bases de dados eletrônicas Medline, Lilacs e Scielo. Foram identificados 8 estudos que atenderam aos critérios de inclusão, todos realizados na população brasileira. A prevalência do excesso de peso e de gordura abdominal oscilou de 38,6% a 51,3% e 23,4% a 43,1%, respectivamente. Na maioria dos estudos, o consumo de frutas, legumes e verduras esteve abaixo do recomendado. Foi encontrada associação significativa entre padrões alimentares e perfil antropométrico em 5 estudos. As variações nas prevalências e nos resultados dos estudos indicam a necessidade de padronização dos instrumentos de coleta e métodos utilizados e a realização de estudos com delineamentos mais apropriados. As altas prevalências de excesso de peso e de baixo consumo de alimentos marcadores de padrões alimentares saudáveis indicam a necessidade de medidas de intervenção.

  4. Inclusão de fibra alimentar em pães isentos de glúten

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Luciane Ceccon Saueressig

    Full Text Available Resumo Foram desenvolvidas quatro formulações de pães, isentos de glúten e com a inclusão de fibra alimentar solúvel e insolúvel, avaliando suas propriedades físicas, composição química, aceitação e intenção de compra do consumidor. O padrão (1 teve a farinha de arroz, fécula de mandioca, ovo, leite em pó, óleo de girassol, sal, açúcar, fermento biológico seco e água como ingredientes. Nos demais, a fécula foi parcialmente substituída por inulina (2, farelo de arroz desengordurado e inulina (3, e farelo de arroz desengordurado (4. A cor do pão 2 diferiu apenas na casca, que ficou menos vermelha e amarela que o 1. A inclusão do farelo de arroz proporcionou coloração mais escura, vermelha e amarela à crosta e miolo dos pães 3 e 4. A perda de peso e rendimento variaram apenas em relação ao pão 2, que teve maior perda de peso e menor rendimento, provavelmente devido ao colapso da massa, que não foi capaz de manter a estrutura na fase de crescimento. O custo dos pães com inulina foi maior, pois este ingrediente é um reconhecido prebiótico, adquirido em estabelecimentos farmacêuticos; enquanto que o custo do pão apenas com farelo diminuiu, já que se trata de um subproduto industrial, obtido da extração do óleo de arroz. Na composição química, houve incremento nos teores de cinzas, proteínas e fibra alimentar, principalmente insolúvel, nos pães 3 e 4; enquanto que o pão 2 apresentou menor teor proteico e maior teor de fibra alimentar, principalmente solúvel. Nutricionalmente, admite-se incremento do valor nutricional em detrimento de carboidratos digeríveis e do valor calórico. Sensorialmente, os pães 3 e 4 tiveram menor aceitação nos atributos cor e sabor, mas não diferiram dos pães 1 e 2 nos atributos odor e textura, e na intenção de compra dos consumidores. Conclui-se que o consumo dos pães que tiveram substituição parcial da fécula é garantia de alimento com qualidade funcional

  5. Seguranca alimentar, renda e Programa Bolsa Familia: estudo de coorte em municipios do interior da Paraiba, Brasil, 2005-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Sousa Cabral

    2014-02-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo avaliar o impacto do Programa Bolsa Família na superação da Insegurança Alimentar. Realizou-se um estudo de coorte em 2005 e 2011, em amostra de famílias residentes em São José dos Ramos e Nova Floresta, Paraíba, Brasil. Em 2005 foram avaliados 609 domicílios e em 2011 foram encontradas e entrevistadas 406 famílias. Houve aumento da segurança alimentar/insegurança alimentar leve e melhoria nos indicadores socioeconômicos. Percebeu-se uma relação significativa entre a elevação da renda e a melhoria dos níveis de Insegurança Alimentar. O programa impacta positivamente no aumento da renda, propiciando melhorias dos níveis de segurança alimentar/insegurança alimentar leve. Percebeu-se que outras variáveis socioeconômicas podem estar contribuindo na melhoria deste perfil. Diante disso, no combate à insegurança alimentar e nutricional, são necessárias outras políticas e programas que ajam nos demais determinantes.

  6. Desenvolvimento de Questionário de Frequência Alimentar para adultos em amostra de base populacional de Cuiabá, Região Centro-Oeste do Brasil Development of a Food Frequency Questionnaire for adults in a population-based sample in Cuiabá, Mid-Western Region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Gonçalves Ferreira

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a construção de um Questionário de Frequência Alimentar (QFA para utilização em estudos que visem à obtenção de dados sobre o consumo alimentar de adultos de Cuiabá, MT. MÉTODOS: Um inquérito recordatório de 24 horas (R24h foi aplicado em uma subamostra de 104 indivíduos, de ambos os sexos, selecionados aleatoriamente a partir de uma amostra probabilística de estudo de base populacional. Considerando-se frequência de citação e contribuição para o consumo de energia e nutrientes dos alimentos citados nos R24h foram selecionados 81 itens alimentares e as respectivas porções de referência, que foram aquelas mais frequentemente relatadas nos R24h. A lista do QFA foi gerada com oito categorias de resposta para a frequência de consumo. RESULTADOS: Os itens alimentares citados por mais de 50% da amostra foram o açúcar, café, feijão, arroz, carne, pão e refrigerante, sendo que os quatro últimos também foram os que mais contribuíram para o consumo energético. Não se observaram diferenças entre homens e mulheres nos alimentos que mais contribuíram para a ingestão de macro e micronutrientes. CONCLUSÃO: O QFA foi desenvolvido com a inclusão dos itens alimentares de maior relevância para a dieta da população adulta de Cuiabá, Mato Grosso. Comprovadas sua validade e reprodutibilidade, este instrumento será útil em investigações epidemiológicas e clínicas sobre o possível papel da dieta no desenvolvimento de enfermidades nessa população.OBJECTIVE: To describe the design of a Food Frequency Questionnaire (FFQ to be used in studies on food intake of adults from Cuiabá, Mato Grosso State, Brazil. METHODS: A 24-hour dietary recall (24hR was applied to a sub-sample of 104 men and women, randomly selected from a random population-based study sample. Based on the frequency of report and on the contribution to the intake of energy and nutrients in the 24hR, 81 food items and respective reference

  7. Validação do sistema HACCP da Ribapeixe Comércio de Produtos Alimentares, Lda

    OpenAIRE

    Singéis, Carolina da Silva

    2011-01-01

    Dissertação de mestrado em Sistemas de Prevenção e Controlo Alimentar, apresentada na Escola Superior Agrária de Santarém, Instituto Politécnico de Santarém A segurança alimentar visa assegurar o fornecimento de produtos alimentares seguros, podendo ser alcançada através de processos baseados nos princípios HACCP. A validação do sistema HACCP é útil para determinar se o mesmo é cientifica e tecnicamente sólido, de forma a obter um produto final seguro. O presente trabalho surgiu da necessi...

  8. Sensibilizar para o desperdício alimentar: um projeto de educação para a cidadania

    OpenAIRE

    Correia, Marisa; Linhares, Elisabete

    2016-01-01

    O desperdício alimentar constitui um problema à escala mundial. Em Portugal, no contexto de crise económica que vivemos importa combater a situação de desigualdade no acesso e no consumo de alimentos, o que implica sensibilizar a população para uma mudança de comportamentos. Neste sentido, para a promoção do combate ao desperdício alimentar e de uma cidadania mais ativa em matéria de sustentabilidade é fundamental recorrer a diversas estratégias, nomeadamente a nível educacional. Todavia, par...

  9. Avaliação do desperdício alimentar em famílias residentes em Portugal

    OpenAIRE

    Abdulganio, Momade Anifo Mamudo

    2013-01-01

    O desperdício alimentar ocorre em todas as fases do ciclo de vida dos alimentos, desde a colheita, processamento e produção, no comércio, transporte e finalmente no consumo. Muitos dos alimentos que são descartados no lixo poderiam ser consumidos sem restrições. Com o intuito de analisar as atitudes e comportamentos de consumidores residentes em Portugal e caracterizar o tipo de desperdício alimentar que tem mais representatividade no domicílio, foi realizado um questionário sobre a “Avali...

  10. Adesão ao padrão alimentar mediterrânico em jovens no Algarve

    OpenAIRE

    Graça,Pedro; Mateus, Maria Palma

    2014-01-01

    A adesão ao Padrão Alimentar Mediterrânico (PAM) está associada a taxas de morbilidade e mortalidade mais baixas. A nível nutricional este padrão alimentar caracteriza-se por um consumo abundante de ácidos gordos monoinsaturados, sobretudo de ácido oleico, de bras e de substâncias de origem vegetal com propriedades antioxidantes.Embora os dados disponíveis sobre a adesão ao PAM em crianças e adolescentes em Portugal, ainda sejam limitados, estudos desenvolvidos em Espanha e na Grécia, eviden...

  11. Segurança alimentar e nutricional: capacitação em boas práticas, análise microbiológica e da composição centesimal de alimentos comercializados nos Campi Santa Mônica e Umuarama da Universidade Federal de Uberlândia

    OpenAIRE

    Nonato, Isabella Lopes

    2013-01-01

    A segurança alimentar e nutricional (SAN) consiste na realização do direito de todos ao acesso regular a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde. Os alimentos de rua e/ou de lanchonetes podem representar um risco para a SAN e a saúde dos consumidores, ocasionando doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) e doenças transmitidas por alimentos (DTA). O objetivo do estudo foi avaliar fatores de segurança alimentar em pontos de ve...

  12. Segurança alimentar e nutricional: capacitação em boas práticas, análise microbiológica e da composição centesimal de alimentos comercializados nos Campi Santa Mônica e Umuarama da Universidade Federal de Uberlândia

    OpenAIRE

    Nonato, Isabella Lopes

    2013-01-01

    A segurança alimentar e nutricional (SAN) consiste na realização do direito de todos ao acesso regular a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde. Os alimentos de rua e/ou de lanchonetes podem representar um risco para a SAN e a saúde dos consumidores, ocasionando doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) e doenças transmitidas por alimentos (DTA). O objetivo do estudo foi avaliar fatores de segurança alimentar em pontos de ve...

  13. Food insecurity measurement and indicators Indicadores e medidas de insegurança alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Pérez-Escamilla

    2008-08-01

    cinco métodos comumente utilizados em inquéritos nacionais para avaliação de insegurança alimentar. Desses, quatro são indiretos, ou medidas derivadas de insegurança alimentar (método da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, pesquisas de despesas familiares, avaliação de consumo e antropometria. O único método para medida direta ou fundamental de insegurança alimentar é representado por uma escala fundamentada na experiência de insegurança alimentar. Todos os métodos complementam-se mutuamente, o de escolha dependerá das perguntas a serem respondidas e dos recursos econômicos e logísticos disponíveis para coletar informações válidas. Todos os métodos possuem problemas sérios de erros de medida, que poderão ser reduzidos pelo conhecimento dos princípios nos quais estão baseados, além do envolvimento de pesquisadores de campo bem capacitados e padronizados. É promissor, como foi mostrado no Brasil, o uso de escala de medida baseada na experiência de insegurança alimentar, para mapear, identificar populações vulneráveis, compreender seus determinantes e conseqüências. Por essas razões, se recomendam, para a América Latina e o Caribe, trabalhos visando à adoção de instrumento regional único, adaptado aos contextos locais, a partir de investigações cognitivas qualitativas, seguidas de pesquisas de confirmação quantitativas das propriedades psicométricas das escalas. A experiência brasileira do projeto de medida de insegurança alimentar, provavelmente, oferecerá subsídios idéias úteis para outros países da região.

  14. Fatores associados ao consumo de bebidas açucaradas entre pré-escolares brasileiros: inquérito nacional de 2006

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Bergamo Vega

    2015-08-01

    Full Text Available ResumoO crescente consumo de bebidas açucaradas como os refrigerantes ou sucos artificiais está associado à prevalência de obesidade no Brasil e no mundo. Este estudo se propõe a conhecer a frequência de consumo destas bebidas entre crianças brasileiras de 24 a 59 meses e investigar associações com variáveis demográficas, socioeconômicas e nutricionais. Utilizando dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher − 2006, o padrão alimentar foi obtido com o questionário de frequência de alimentos e bebidas nos sete dias anteriores à data da entrevista e a antropometria usou medidas de peso e de estatura das crianças. Entre os pré-escolares, 37,3% consumiram refrigerantes e sucos artificiais 4 dias ou mais por semana. Os fatores que apresentaram associação estatisticamente significante com consumo frequente de BA foram residir em regiões de maior desenvolvimento econômico do país, em áreas urbanas, pertencer ao estrato de maior poder aquisitivo, mães que assistiam TV regularmente e excesso de peso da criança, estavam associados ao consumo de refrigerantes e sucos artificiais em 4 ou mais dias por semana. Novos estudos são necessários para a compreensão da real contribuição das bebidas açucaradas na epidemia de obesidade infantil.

  15. As principais evoluções dos comportamentos alimentares: o caso da França Main evolutions in human food practices: French example

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean Louis Lambert

    2005-10-01

    Full Text Available Durante a segunda metade do século XX, o desenvolvimento econômico e as evoluções dos modos de vida ocasionaram modificações importantes nos comportamentos alimentares. Tais evoluções foram particularmente analisadas para o caso da França. Confrontadas a um contexto de abundância, as populações adotaram uma conduta alimentar mais energética. Tal conduta resume-se, sobretudo, em um alto consumo de produtos de origem animal. Porém, entre grupos de indivíduos ricos e após um período de saturação, a atração pelo consumo desmedido tal produto, tornou-se menos intensiva. Novas preocupações orientadas à saúde e às formas de mantê-la em bom estado foram despertadas. O aumento do número de mulheres salariadas e o desenvolvimento das atividades de lazer alteraram a gestão do tempo empregado à alimentação. Na busca pelo ganho de tempo, os consumidores passaram a procurar por alimentos prontos para serem consumidos e a realizarem suas refeições fora do domicílio. As culturas alimentares não evoluem tão rapidamente como as transformações ocorridas em todo o sistema de oferta alimentar, com isso afirma-se que a industrialização, a internacionalização e as inovações de toda a cadeia agroalimentar geram ansiedades no consumidor. Todas essas transformações e tendências, que são observadas em países ricos, podem ser percebidas quando os comportamentos alimentares de populações ricas de países em desenvolvimento são analisados.Important modifications in consumer food habits were caused by both economic development and evolutions in life style during the second part of the XX century. These evolutions were analyzed, in particular, in the case of France. Easy accessibility to food (abundance context led the populations to adopt high caloric food intakes, such conduct resulting, above all, in an elevated consumption of products of animal origin. However, after a period of saturation, the unlimited attraction to

  16. Transtornos alimentares e padrão circadiano alimentar: uma revisão Eating disorders and circadian eating pattern: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Bernardi

    2009-12-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo revisar aspectos relacionados a transtornos alimentares e suas relações com as alterações no ritmo circadiano. Realizou-se uma busca sistematizada das informações nas bases de dados PubMed usando os seguintes descritores: eating disorders, circadian rhythm, night eating syndrome, binge eating disorder e sleep patterns. Os transtornos alimentares, como a síndrome do comer noturno e o transtorno da compulsão alimentar periódica, têm sido considerados e relacionados a um atraso no ritmo circadiano da ingestão alimentar e saciedade prejudicada. Os ritmos circadianos são aqueles que apresentam um período de 24 h, como, por exemplo, o ciclo sono-vigília, temperatura corporal, atividade e comportamento alimentar. Distúrbios provocados pelas alterações nos horários de sono/vigília influenciam o apetite, a saciedade e, consequentemente, a ingestão alimentar, o que parece favorecer o aumento desses transtornos. Percebe-se que o comportamento alimentar pode ser influenciado por ritmos circadianos. Porém, mais estudos e o maior conhecimento sobre a ritmicidade alimentar podem contribuir com o melhor entendimento do comportamento alimentar atual, atuando na prevenção e/ou tratamento de transtornos alimentares.This review aims at reviewing aspects related to eating disorders arising from changes in circadian rhythm. There was a systematic search in PubMed databases, using the following descriptors: eating disorders, circadian rhythm, night eating syndrome, binge eating disorder, and sleep patterns. Eating disorders, such as night eating syndrome and binge eating disorder, have been considered and related to a delay in circadian rhythm in food intake and impaired satiety. Circadian rhythms are those that show a period of 24 h, for example, sleep-wake cycle, body temperature, activity and eating behavior. Disorders related to changes in sleep-wake schedules influence the appetite, satiety and consequently

  17. Consumo de alcohol alcoholismo

    OpenAIRE

    Rodríguez Páez, Pablo E.; Fundación Valle de Lili

    1999-01-01

    ¿Qué es el alcohol?/¿Cómo actual el alcohol en el organismo?/¿Qué efectos causa?/Efectos por el consumo crónico/¿El consumo de alcohol durante el embarazo afecta el embrión?/¿Qué otras consecuencias tiene el consumo de alcohol?/¿Cuándo se considera que una persona tiene problemas con su consumo de alcohol?/¿Cuándo se debe sospechar que alguien tiene problemas con el consumo de alcohol?/Características del saber beber adecuadamente?/¿Cuales son las alternativas de tratamiento para este problem...

  18. Consumo alimentar de micronutrientes entre pré-escolares no domicílio e em escolas de educação infantil do município de Caxias do Sul (RS Dietary micronutrient intake of preschool children at home and in kindergartens of the municipality of Caxias do Sul (RS, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Rombaldi Bernardi

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ingestão alimentar de micronutrientes em pré-escolares no domicílio e em escolas de educação infantil públicas e particulares. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 362 pré-escolares entre dois e seis anos de idade, em Caxias do Sul (RS Brasil, em 2007. A ingestão alimentar na escola foi avaliada por meio do método de pesagem direta individual, e no domicílio, por meio de registro alimentar realizado pelos pais ou responsáveis. Foi calculada a ingestão alimentar de cálcio, ferro, folato, vitamina A, vitamina C e zinco de acordo com o local da refeição e tipo de escola. RESULTADOS: Houve maior ingestão de alimentos contendo ferro, folato e vitamina C durante o período em que as crianças permaneceram na escola infantil, e maior ingestão de cálcio, vitamina A e zinco no domicílio. Houve significativamente maior ingestão de alimentos contendo ferro (p=0,03, folato (p=0,03, vitamina A (pOBJECTIVE: This study assessed the adequacy of preschool children's dietary micronutrient intake at home and in public and private kindergartens. METHODS: This cross-sectional study done in 2007 included 362 preschool children aged 2-6 years from Caxias do Sul (RS, Brazil. Food intake at school was assessed by the individual direct weighing method and at home by food records kept by the parents or caregivers. Dietary intakes of calcium, iron, folate, vitamin A, vitamin C and zinc were calculated according to meal location and type of school. RESULTS: Dietary iron, folate and vitamin C intakes were higher in kindergartens and dietary intakes of calcium, vitamin A and zinc were higher at home. Dietary intakes of iron (p=0.03, folate (p=0.03, vitamin A (p<0.01 and vitamin C (p<0.01 were significantly higher in private kindergartens and dietary intakes of calcium (p<0.01 and zinc (p<0.01 were significantly higher in public kindergartens. Intakes of iron, folate, vitamin A, vitamin C and zinc were adequate but only 67.4% of

  19. Consumo de um suplemento alimentar por gestantes e nutrizes de uma unidade de saúde de Ribeirão Preto, SP (Brasil Consumption of a feeding supplement by expectant and nursing mothers at a Health Service in Ribeirão Preto, SP (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Judith Costa

    1981-10-01

    Full Text Available Descreve-se como as gestantes e nutrizes de uma Unidade Estadual de Saúde que recebem o suplemento alimentar protéico "Gestal" o consomem, e se verifica se a quantidade ingerida é a recomendada pelo serviço.The way in which expectant and nursing mothers take the protein supplement "Gestal" prescribed for them by a S. Paulo State Health Service is described. Whether the quantity taken is the same as that prescribed is also investigated.

  20. Botulismo de origem alimentar Foodbourne botulism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Deboni Cereser

    2008-02-01

    Full Text Available O botulismo alimentar ocorre pela ingestão de toxinas pré-formadas pelo Clostridium botulinum, consideradas as mais potentes dentre as toxinas conhecidas. Caracteriza-se como uma doença de extrema gravidade, de evolução aguda, provoca distúrbios digestivos e neurológicos, em conseqüência à ingestão de diversos tipos de alimentos. As conservas caseiras estão entre os alimentos que oferecem maior risco à população consumidora. Os produtos de origem animal são frequentemente associados aos surtos da doença, destacando-se os embutidos, tais como salsichas, salames, presuntos e patês. Derivados do leite e enlatados, bem como produtos fermentados, são passíveis de provocar a intoxicação. As outras formas naturais da doença são botulismo por feridas e botulismo infantil, normalmente associado ao consumo de mel contendo esporos do Clostridium botulinum.Foodbourne botulism occurs after ingestion of preformed toxins produced by the Clostridium botulinum, which has been considered one of the most potent known one. The disease, acquired after ingestion of various kinds of foods, has acute character, and provokes gastrointestinal and neurologic symptoms. Homemade canned foods are those that represent higher risk to human health. Processed meat products are frequently associated with botulism outbreaks, mainly sausages, ham and pates. Dairy and canned food, as well as fermented foods, also may be related with this disease. Still, botulism may be caused by toxin production in deep wound, named wound botulism; and after ingestion of honey contaminated with spores by infants, named infant botulism.

  1. A alimentação no contexto contemporâneo: consumo, ação política e sustentabilidade Food in the contemporary context: consumption, political action and sustainability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Portilho

    2011-01-01

    Full Text Available O campo interdisciplinar de reflexões sobre a alimentação como campo político passa por um processo de expansão e transbordamento para a esfera privada, cotidiana e rotineira do consumo alimentar. Tal processo parece ser reflexo de transformações nos mercados agroalimentares globais, da ampla percepção e publicização dos riscos alimentares e da politização do consumo. Uma vez que os indivíduos assumem responsabilidades sobre as consequências ambientais e sociais de suas escolhas cotidianas, a especificidade política da alimentação nas sociedades contemporâneas extrapola a esfera institucional (segurança alimentar e nutricional, desigualdades sociais no acesso à alimentação, políticas agrícolas e regulamentação da publicidade de alimentos para atingir a esfera privada. O artigo aborda alguns dos recentes debates sobre o processo de politização do consumo e faz uma reflexão teórica sobre as dimensões ética, política e ideológica que relacionam hábitos de consumo alimentar, incluindo locais e formas de aquisição e preparo dos alimentos, valores de preservação ambiental, solidariedade com pequenos produtores locais e precaução reflexiva ante os riscos alimentares. Aponta ainda uma agenda de pesquisa capaz de captar processos de politização da comida e práticas de consumo político no campo da alimentação.The interdisciplinary field of reflections on food as politics goes through a process of expansion and overflow to the private sphere, and routine daily food consumption. This process seems to be a reflection of transformations in the global agrifood markets, the wide publicity and awareness of food hazards and the politicization of consumption. To the extent that individuals are to assume responsibility for the environmental and social consequences of their everyday choices, the specificity of political power in contemporary societies goes beyond the institutional level (food security and nutrition

  2. Avaliação do consumo de frutas, legumes e verduras por adolescentes de Formiga – MG e sua relação com fatores socioeconômicos
    Evaluation of consumption of fruits, vegetables and greens by adolescents of Formiga – MG and its relation to social

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    K. L. MENDES

    2010-11-01

    Full Text Available

    Atualmente a população adolescente tem passado pela transição nutricional, onde aumenta consideravelmente a prevalência da obesidade. Dentre as causas, encontra-se uma alimentação pobre em frutas, legumes e verduras (FLV. Diante disso, este trabalho teve por objetivo descrever e analisar o consumo de frutas, legumes e verduras por adolescentes do município de Formiga – MG, à luz da influência dos fatores sociais, econômicos e culturais. Trata-se de um estudo observacional e transversal, realizado com 139 adolescentes entre 10 e 19 anos, de ambos os gêneros, regularmente matriculados em duas Escolas Municipais de Formiga – MG. A coleta de dados ocorreu através de um questionário com questões sócio-econômicas e de consumo alimentar. A maioria dos adolescentes tinha um baixo consumo de FLV (79,09% para frutas e 75,58% para legumes e verduras. O consumo adequado de frutas foi verificado apenas em 14,17% dos entrevistados e o de legumes e verduras em 13,38%. As influências estatisticamente significantes deste consumo foram: sexo, local de moradia e renda per capita. Estes resultados nos fazem concluir que o consumo de frutas, legumes e verduras pelos adolescentes de Formiga – MG é baixo e infrequente e não apenas a questão nutricional está envolvida, mas também os fatores econômicos, sociais e culturais.

  3. Correção de medidas de associação pela variação do dia a dia no consumo alimentar: avaliação do desempenho por meio de simulação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliseu Verly-Jr

    Full Text Available O uso de um ou poucos recordatórios de 24 horas (R24h como medida da exposição dietética em modelos para estimar o efeito do alimento sobre um desfecho leva à atenuação da medida de associação e redução do poder do teste. Isso ocorre em função da variação dia a dia no consumo. A medida de associação pode ser corrigida por meio de calibração, e requer pelo menos uma repetição do R24 horas em uma subamostra da população de estudo. No entanto, seu desempenho e precisão dos coeficientes corrigidos podem variar de acordo com as características do estudo em que é aplicada. O objetivo deste trabalho é avaliar o desempenho da correção em diferentes cenários de pesquisa em relação à estimativa da medida de associação e sua precisão. Foi simulada população (n = 1.000 com informação sobre consumo de um alimento referente a 200 dias, e um desfecho com uma associação definida com o consumo usual (média dos 200 dias de consumo. Os cenários avaliados foram: (a 100%, 60%, 40% e 20% da amostra com 2 dias de consumo; (b indivíduos com 2, 3, 4 e 5 R24h; e (c população com 1.000, 600 e 300 indivíduos. Os coeficientes foram estimados para 300 combinações aleatórias de dias de consumo; coeficientes corrigidos médios foram semelhantes ao verdadeiro coeficiente. A precisão foi menor em todos os cenários: a probabilidade de encontrar uma associação significativa (sendo ela verdadeira variou de 0,47 a 0,29 (100% a 20% com repetição, respectivamente; 0,47 a 0,78 (2 a 5 dias; e 0,47 a 0,15 (1.000 a 300 indivíduos.

  4. Atualizações em guias alimentares para crianças e adolescentes: uma revisão Updating dietary guides for children and adolescents: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Martins Horta

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar uma revisão dos guias alimentares desenvolvidos para crianças e adolescentes. MÉTODOS: revisão sistemática conduzida nas bases de dados Medline e Lilacs e em sites institucionais. Incluíram-se documentos publicados entre 2000-2010. RESULTADOS: foram identificados 17 guias alimentares publicados no mundo, sendo dez na América Latina, três na América do Norte, dois na Europa e dois na Ásia e Oceania. Os guias se diferenciaram quanto à sua estrutura, podendo ser organizados em diretrizes nutricionais, representações gráficas ou em ambas. O conteúdo das diretrizes nutricionais, bem como o número de grupos alimentares e a representação gráfica utilizada nos manuais também são variáveis conforme cultura alimentar da população. Dezesseis guias enfocaram orientações sobre alimentos em detrimento dos nutrientes, sendo que o guia japonês está organizado em recomendações de consumo de preparações de alimentos, se configurando em um instrumento de mais fácil compreensão. Todos os guias alimentares identificados para crianças menores de dois anos (n=5 foram elaborados na América Latina, além de terem sido detectados três manuais, cujas diretrizes se direcionam aos profissionais de saúde, denotando necessidade de capacitação e atualização dos mesmos. CONCLUSÕES: o estudo apontou para a relevância do emprego dos guias alimentares na abordagem à criança e adolescente, fornecendo bases teóricas para profissionais e órgãos de saúde.OBJECTIVES: to conduct a review of dietary guides for children and adolescents. METHODS: a systematic review of the Medline and Lilacs databases and institutional sites, covering documents published between 2000 and 2010. RESULTS: seventeen dietary guides published were identified worldwide, including ten in Latin America, three in North America, two in Europe and two in Asia/Oceania. The guides differ in terms of structure. Some contain nutritional guidelines

  5. Hábitos e práticas alimentares em três localidades da cidade de São Paulo (Brasil Eating habits and practices in three localities within the city of São Paulo (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Pedroso de Oliveira

    1998-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo principal o estudo do consumo alimentar em três localidades na cidade de São Paulo. Um inquérito alimentar foi realizado, nos meses de julho e agosto de 1993, junto a trinta e duas mulheres, apresentando características socioeconômicas distintas: 11 na Favela de São Remo (baixa renda, 11 na Vila Madalena (renda média e 10 no Parque Continental (renda alta. Utilizou-se o método recordatório de 24 horas e o de freqüência alimentar, além de questões abertas sobre hábitos, práticas e estratégias alimentares. Observou-se semelhanças entre os grupos estudados, como por exemplo, o aumento do consumo de alimentos industrializados, o supermercado como principal local de compra de alimentos, a importância dada à carne, às frutas e aos legumes, a preferência por alimentos frescos em relação aos industrializados, as substituições ligadas à evolução dos preços dos alimentos e/ou preocupações com a saúde. Por outro lado, prevaleceu a diferenciação do consumo em função das condições socioeconômicas das famílias, verificada pela maior diversificação alimentar com a elevação da renda, com diferenças significativas (pThe principal objective of this study was an assessment of food consumption in three localities within the city of São Paulo. A food inquiry was undertaken in the months of July and August, 1993, involving thirty-two women who presented distinct socio-economic characteristics: eleven from São Remo shanty-town (low income, eleven from Vila Madalena (medium income and ten from Parque Continental (high income.The 24-hour recall and the eating frequency methods were used, as well as open questions about eating habits, practices and strategies. Similarities were observed among the groups studied: for example, the increase in the consumption of industrialized food-stuffs, the supermarket as the principal shopping place, the importance given to meat, fruits and vegetables in the

  6. Adesão ao Padrão Alimentar Mediterrânico em adolescentes no Algarve

    OpenAIRE

    Maria Palma Mateus

    2013-01-01

    Tese de doutoramento em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição apresentada à Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, sob orientação de Professor Doutor António Pedro Soares Ricardo Graça (Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto). Resumo da tese: A adesão ao Padrão Alimentar Mediterrânico (PAM) está associada a taxas de morbilidade e mortalidade mais baixas. A nível nutricional este padrão alimentar caracteriza-se por um c...

  7. Exigência protéica de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum após privação alimentar Protein requirement of tambaqui juveniles (Colossoma macropomum after feed deprivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Santos

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a exigência protéica de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum após a privação alimentar. Os peixes (50,3 ± 0,26g foram submetidos a quatro rações isoenergéticas com diferentes concentrações protéicas (28, 32, 36 e 40% proteína bruta e dois regimes alimentares (com privação e sem privação durante 60 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x2, em triplicata. Avaliaram-se os parâmetros de qualidade de água e de desempenho no 1º, 15º e 60º dia de experimento. Os parâmetros da qualidade da água permaneceram dentro dos padrões de cultivo. Não houve mortalidade nos tratamentos testados. Foram observados diferenças entre os tratamentos para os índices de desempenho analisados: taxa de crescimento específico, eficiência alimentar, consumo diário de ração, consumo de proteína bruta, taxa de eficiência protéica e ganho de peso relativo, com exceção do índice hepatossomático. Houve hiperfagia, indicando a existência de crescimento compensatório. Os peixes realimentados com 36% proteína bruta tiveram incremento no teor de gordura visceral e maior deposição de proteína corporal. Estes resultados explicam uma melhora nos dados de ganho de peso, duração da hiperfagia, taxa de crescimento e eficiência alimentar. A privação alimentar não influencia a exigência protéica em juvenis de tambaqui.The aim of this work was evaluate protein requirement of tambaqui (Colossoma macropomum juveniles after feed deprivation. During 60 days, fish (50,3 ± 0,26 g were fed on four isoenergetics diets with different protein content (28, 32, 36 and 40% crude protein at two feeding regimes (with and without feed deprivation under completely random factorial design (4x2 in triplicate. Water quality parameters and performance index were evaluated at 1º, 15º and 60º days. Water quality parameters were kept at normal fish cultivation patterns

  8. Desempenho, consumo e morfometria in vivo de cordeiros Santa Inês alimentados com rações contendo torta de girassol em substituição ao farelo de algodão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Fernandes Júnior

    2015-04-01

    Full Text Available Este estudo foi conduzido com o objetivo de determinar o melhor teor de substituição da proteína do farelo de algodão pela proteína da torta de girassol em dietas para cordeiros Santa Inês, por meio da avaliação do consumo, ganho de peso, conversão alimentar e medidas morfométricas. Foram confinados, por 60 dias, 30 cordeiros da raça Santa Inês, machos inteiros, com idade e peso médio no início do experimento de 80 dias e 21,45±2,16kg, respectivamente. O delineamento experimental foi completamente casualizado, sendo os animais divididos em 5 tratamentos, com 6 repetições por tratamento, de acordo com a quantidade de proteína do farelo de algodão substituída pela proteína da torta de girassol (0, 20, 40, 60 e 80% de substituição. As variáveis peso final, consumo de matéria seca e conversão alimentar não foram afetadas pelas dietas experimentais, embora o ganho médio diário tenha sido inferior para as dietas com maior teor de torta de girassol. Para os parâmetros de consumo, verificou-se diferença apenas no consumo de extrato etéreo em relação ao peso metabólico (g/kg PV0,75, em que cordeiros recebendo dieta com maior teor de torta de girassol ingeriram maiores quantidades de extrato etéreo. Em relação às medidas morfométricas, houve decréscimo linear da altura de dorso e largura de garupa com a inclusão da torta de girassol na dieta. A substituição da proteína do farelo de algodão pela proteína da torta de girassol afetou negativamente o ganho de peso de cordeiros Santa Inês em confinamento. Porém, teve pouca ou nenhuma influência nos parâmetros de consumo e nas medidas morfométricas in vivo.

  9. EVALUACIÓN DE LA EFECTIVIDAD DE LOS PROGRAMAS ESCOLARES DE PREVENCIÓN DEL CONSUMO DE TABACO, ALCOHOL Y CANNABIS: ¿QUÉ NOS DICEN LOS META-ANÁLISIS?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susanna Fernández

    2002-01-01

    Full Text Available El consumo de tabaco, alcohol y otras drogas constituye un problema prioritario en salud pública en los países desarrollados. El objetivo del estudio es describir el impacto de los programas escolares de prevención de tabaco, alcohol y cannabis, así como las características de las intervenciones más efectivas. Se revisan los meta-análisis de programas de prevención escolar de tabaco, alcohol y cannabis publicados en las bases de datos médicas Cochrane Library y Medline desde 1990 a 1999, que incluyen una o más de las palabras clave programs, education, drugs prevention, prevention, smoking, alcohol, school, adolescence, teenagers, young people, evaluation, health education, effectiveness, review, meta-analysis. Se han identificado 5 meta-análisis que en su gran mayoría revisan programas de prevención unitaria del consumo y abuso de sustancias, incluyendo tabaco, alcohol y cannabis, aunque la evaluación del impacto sobre las conductas se refiere en general al consumo de tabaco. Las intervenciones más efectivas abordan la influencia social del consumo, usan una metodología activa y son aplicadas por los profesores con la participación de los iguales. Se destaca la importancia de las sesiones de refuerzo, la calidad de la implementación y la evaluación rigurosa. Los meta-análisis de los programas evaluados indican un efecto preventivo de magnitud discreta, pero que puede tener un impacto potencial considerable. Las limitaciones detectadas apuntan futuras líneas de investigación.

  10. Evaluación de la efectividad de los programas escolares de prevención del consumo de tabaco, alcohol y cannabis: ¿Qué nos dicen los meta-análisis?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernández Susanna

    2002-01-01

    Full Text Available El consumo de tabaco, alcohol y otras drogas constituye un problema prioritario en salud pública en los países desarrollados. El objetivo del estudio es describir el impacto de los programas escolares de prevención de tabaco, alcohol y cannabis, así como las características de las intervenciones más efectivas. Se revisan los meta-análisis de programas de prevención escolar de tabaco, alcohol y cannabis publicados en las bases de datos médicas Cochrane Library y Medline desde 1990 a 1999, que incluyen una o más de las palabras clave programs, education, drugs prevention, prevention, smoking, alcohol, school, adolescence, teenagers, young people, evaluation, health education, effectiveness, review, meta-analysis. Se han identificado 5 meta-análisis que en su gran mayoría revisan programas de prevención unitaria del consumo y abuso de sustancias, incluyendo tabaco, alcohol y cannabis, aunque la evaluación del impacto sobre las conductas se refiere en general al consumo de tabaco. Las intervenciones más efectivas abordan la influencia social del consumo, usan una metodología activa y son aplicadas por los profesores con la participación de los iguales. Se destaca la importancia de las sesiones de refuerzo, la calidad de la implementación y la evaluación rigurosa. Los meta-análisis de los programas evaluados indican un efecto preventivo de magnitud discreta, pero que puede tener un impacto potencial considerable. Las limitaciones detectadas apuntan futuras líneas de investigación.

  11. Perfil socioeconômico, nutricional e de ingestão alimentar de beneficiários do Programa Bolsa Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Jardim Cabral

    2013-01-01

    Full Text Available Foram estudados beneficiários do Programa Bolsa Família de Maceió (AL e encontrada alta prevalência de desnutrição nas crianças (18% e adolescentes (20%; mas excesso de peso nos adultos (51%. As mulheres beneficiárias tiveram quatro vezes mais chance de ter obesidade abdominal em relação aos outros adultos. A maioria das famílias (92% apresentou Insegurança Alimentar (IA, sendo em 33% grave. Houve associação entre IA e maior número de pessoas na casa e desemprego. Entre as obesas houve aumento no consumo de alimentos ricos em carboidratos e lipídios em relação à outra população não beneficiária. Encontrou-se ingestão inadequada de cálcio, folato, vitamina E, magnésio, vitamina C, zinco, riboflavina, tiamina e fibra. Esses achados demonstram a necessidade de ações integradas entre políticas de educação/saúde e os programas de transferência de renda.

  12. Prática alimentar entre crianças menores de dois anos de idade residentes em municípios do semiárido do Estado da Paraíba, Brasil Feeding practice among children under 24 months in the semi-arid area of Paraíba, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana de Araújo Palmeira

    2011-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a prática alimentar de crianças menores de dois anos de idade residentes em municípios do interior do Estado da Paraíba. MÉTODOS: Estudo secional realizado nos 14 municípios mais carentes do Estado da Paraíba. Foram pesquisados 539 domicílios com pelo menos uma criança com idade entre 0 e 23,9 meses. Aplicou-se às mães recordatório 24 horas sobre alimentação das crianças. O modelo de análise considerou três momentos do crescimento e desenvolvimento da criança, identificando as recomendações de consumo alimentar pertinentes. RESULTADOS: Crianças de 0-5,9 meses: destacou-se um importante percentual de desmame (20,7% e a reduzida prevalência do aleitamento materno exclusivo (30,5%. Crianças de 6-11,9 meses: 45,2% ainda mamavam, porém apenas 21,7% das crianças entre 6 e 9,9 meses apresentaram uma alimentação complementar oportuna. Crianças entre 12-23,9 meses: a prática alimentar das crianças caracterizou-se essencialmente pelo consumo de leite não materno e pelo consumo insuficiente de alimentos fontes de ferro. CONCLUSÃO: O hábito alimentar distancia-se de uma prática alimentar segura, especialmente pela interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo e sua consequente substituição por refeições à base de leite não materno, expondo esse grupo a situações de insegurança alimentar e nutricional.OBJECTIVE: Examine the feeding practices among children under 24 months in the State of Paraíba, Brazil. METHODS: A cross-sectional study conducted in 14 municipalities identified as the poorest of the state; 539 households composed of at least one child between the ages of 0 and 23.9 months were investigated. A 24-hour recall was conducted with the mothers regarding food consumed by their children. The analytic model took into account established recommendations for appropriate child feeding practices for three age groups: 0-5.9 months; 6-12 months; 12-24 months. RESULTS: Children between

  13. Uso de suplementos alimentares por adolescentes Dietary supplement use by adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Crésio Alves

    2009-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar crititcamente o uso, benefícios e efeitos adversos dos principais suplementos alimentares utilizados por adolescentes. FONTES DOS DADOS: A pesquisa bibliográfica, realizada nos últimos 10 anos, utilizou os bancos de dados MEDLINE e LILACS. Foram examinados 377 artigos, sendo selecionados 52. SÍNTESE DOS DADOS: O consumo de suplementos dietéticos é amplamente difundido entre adolescentes. Tal fato é constatado, com frequência, nos consultórios de pediatria e hebeatria. Na maioria das vezes ele ocorre sem uma necessidade específica, sendo motivado pela busca do corpo ideal. Outros motivos para essa suplementação são: compensar dieta inadequada, aumentar imunidade, prevenir doenças, melhorar o desempenho competitivo e superar os próprios limites. Os suplementos alimentares mais utilizados e discutidos nesse artigo e para os quais existem poucas evidências de um efeito benéfico de sua utilização por adolescentes saudáveis são: proteínas, aminoácidos, betahidroxibetametilbutirato, microelementos, carnitina, creatina, vitaminas, cafeína e bicarbonato. CONCLUSÃO: O uso irrestrito de suplementos dietéticos deve ser desaconselhado, uma vez que expõe o adolescente a vários efeitos adversos, além da falta de evidência de que tal prática levará a melhora no desempenho. Uma nutrição balanceada, com aquisição da energia e dos nutrientes necessários é geralmente suficiente para boa performance nas atividades físicas. A reposição com suplementos dietéticos deve ser reservada para atletas competitivos que não consomem uma dieta balanceada, após a comprovação de alguma deficiência específica.OBJECTIVE: To review the use, benefits and adverse effects of the main dietary supplements consumed by adolescents. SOURCES: The literature review was performed using MEDLINE and LILACS databases (1997-2008. We analyzed 377 articles, and 52 of them were selected as references. SUMMARY OF THE FINDINGS

  14. Desempenho larval do camarão-d'água-doce (Macrobrachium rosenbergii De Man, 1879) submetido a diferentes regimes alimentares

    OpenAIRE

    Thomaz,Luciana Almada; Oshiro,Lídia Miyako Yoshii; Bambozzi,Andrea Cecchetto; Seixas Filho,José Teixeira de

    2004-01-01

    O desempenho das larvas de Macrobrachium rosenbergii submetidas a quatro diferentes regimes alimentares foi verificado utilizando a observação diária dos subestádios larvais e as primeiras metamorfoses. As larvas foram estocadas em densidade de aproximadamente 100 larvas.l-1, em 16 tanques retangulares, com capacidade de 33 litros. O experimento foi dividido em quatro unidades experimentais (blocos), nos quais foram testados quatro regimes alimentares na larvicultura em circuito aberto, com q...

  15. Changes in cigarette consumption patterns among Brazilian smokers between 1989 and 2008 Mudanças nos padrões de consumo de cigarros dos fumantes brasileiros entre 1989 e 2008

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Salem Szklo

    2012-11-01

    Full Text Available The assessment of temporal differences in cigarette consumption may help in understanding whether a smoking population is becoming more resistant to quitting over time. We calculated absolute differences in average cigarette consumption, stratified by birth cohort and age group. Data were obtained from random samples from two Brazilian national household surveys (1989, N = 12,782; 2008, N = 6,675. A linear regression model was used to adjust estimates by gender, educational level, and place of residence. Birth cohort analysis found that average daily cigarette consumption increased for individuals born after 1964 and decreased for those born before 1955 (adjusted p-values A avaliação temporal das mudanças no consumo de cigarros pode ajudar a entender se os fumantes estão se tornando mais resistentes à cessação. Calcularam-se as diferenças absolutas no consumo médio de cigarros, estratificadas por coorte de nascimento e faixa etária. Utilizaram-se dados provenientes de dois inquéritos domiciliares nacionais brasileiros (1989, N = 12.782; 2008, N = 6.675. Um modelo de regressão linear foi usado para ajustar as diferenças por sexo, escolaridade e residência. A análise por coorte de nascimento mostrou que o uso de cigarros diários aumentou entre os indivíduos nascidos após 1964 e diminuiu entre aqueles nascidos antes de 1955 (valores de p ajustados < 0,001. A análise por faixa etária mostrou que a população remanescente de fumantes com menos de 65 anos reduziu o uso de cigarros entre 1989 e 2008 (valores de p ajustados < 0,001. Mudanças nas políticas antitabaco e o rápido crescimento econômico do Brasil podem estar preferencialmente relacionados a mudanças temporais no consumo de cigarros na maioria dos grupos etários, ao invés de uma mudança na associação entre idade e consumo de cigarro.

  16. Consumo de cafeína e de alimentos-fonte de cafeína e prematuridade: um estudo caso-controle Caffeine intake and food sources of caffeine and prematurity: a case-control study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Adriana Gomes de Souza

    2005-12-01

    Full Text Available A cafeína (1,3,7-trimetilxantina é um alcalóide que facilmente atravessa a barreira placentária podendo interferir no crescimento e desenvolvimento das células fetais e comprometer a oxigenação fetal. Considerando o amplo consumo de alimentos que contêm cafeína no Brasil, o objetivo do estudo foi avaliar a associação entre o consumo total de cafeína e de alimentos-fonte de cafeína com a prematuridade. Um estudo caso-controle de 140 casos (recém-nascidos com idade gestacional inferior a 37 semanas de gestação e 162 controles (recém-nascidos com 37 semanas ou mais avaliou o consumo de cafeína durante a gravidez. Para se medir o consumo utilizou-se um questionário de freqüência alimentar, semi-quantitativo, baseado nos seguintes alimentos: café, chá mate e chocolate em pó. O consumo total de cafeína e de alimentos-fonte de cafeína durante a gravidez não foram associados à prematuridade, com a maioria das mulheres tendo consumido menos que 300mg/dia. O consumo de cafeína observado no presente estudo não suporta recomendações contra o consumo de cafeína em gestantes brasileiras.Caffeine (1,3,7-trimethylxanthine is an alkali that easily crosses the placental barrier and can interfere in the growth and development of fetal cells and compromise fetal oxygenation. Considering the widespread consumption of foods containing caffeine in Brazil, the aim of this study was to evaluate the association between total caffeine consumption (including its food sources and prematurity. A case-control study of 140 cases (newborns with gestational age less than 37 weeks and 162 controls (newborns with 37 weeks gestational age or greater evaluated caffeine consumption during pregnancy. Intake measurement used a semi-quantitative food frequency questionnaire based on the following foods: coffee, tea, and powdered chocolate. Total caffeine consumption (including food sources during pregnancy was not associated with prematurity, and most

  17. Associação de polimorfismos dos genes do receptor da grelina (GHS-R) e da enzima grelina O-aciltransferase (MBOAT4) e transtornos alimentares

    OpenAIRE

    Alessandra Donzelli Fabbri

    2016-01-01

    A grelina é um hormônio potente de ação central e periférica, que possui um importante papel na regulação do apetite, consumo alimentar e balanço energético. Fatores genéticos têm sido estudados para explicar as alterações do comportamento alimentar nestes pacientes e os polimorfismos do gene da grelina humana (GHRL) têm sido investigados como importantes fatores de risco para estas doenças, mas os achados ainda são inconclusivos. O presente trabalho objetivou avaliar os polimorfismos do sist...

  18. Surto de compactação primária de abomaso em bovinos leiteiros associado ao consumo de silagem de girassol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo P. Mesquita

    2012-06-01

    Full Text Available Um surto de compactação primária de abomaso associada ao consumo de silagem de girassol ocorreu num rebanho bovino leiteiro do estado de Minas Gerais, do qual seis de 21 vacas secas em fase final de gestação e que recebiam silagem de girassol morreram. Os bovinos que adoeceram apresentaram distensão abdominal, fezes ressecadas e escassas e, nos bovinos que morreram, eram pastosas, escuras e fétidas; nesses havia também desidratação acentuada e palidez de mucosas. Três bovinos foram necropsiados e os achados patológicos eram constituídos principalmente por distensão acentuada do abomaso associada a grande quantidade de conteúdo alimentar ressecado coberto por coágulos de sangue. No abomaso havia úlceras, com perfuração da parede em um dos bovinos. A alimentação de bovinos de maior exigência nutricional com silagem de girassol de características indesejáveis como única fonte de volumoso foi o principal fator para a compactação de abomaso nos casos apresentados.

  19. Estudo da associação entre características de desempenho e de carcaça de suínos por meio de correlação canônica

    OpenAIRE

    Barbosa, Leandro; Lopes,Paulo de Sávio; Regazzi,Adair José; Guimarães,Simone Eliza Facioni; Torres, Robledo Almeida

    2005-01-01

    Dados de 844 animais de uma população F2 de suínos foram utilizados para avaliar a associação entre características de desempenho e carcaça por meio de correlação canônica. Foram consideradas no estudo, além das características de desempenho, o tamanho da leitegada ao nascimento, o número de tetos, o peso aos 77 dias de idade, o consumo de ração e a conversão alimentar dos 77 aos 105 dias e as seguintes características de carcaça: idade ao abate; peso da meia-carcaça direita; comprimento de c...

  20. O espaço social alimentar: um instrumento para o estudo dos modelos alimentares Food social space: a tool to study food patterns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean-Pierre Poulain

    2003-09-01

    Full Text Available Pensar a alimentação a partir das Ciências Sociais supõe a superação de certos obstáculos epistemológicos que baseiam as posições teóricas da fundação dessa disciplina: o positivismo e a autonomia do social. O conceito de espaço social proposto por Georges Condominas para compreender as inter-relações entre um grupamento humano e o seu meio encontra na alimentação um campo de aplicação particularmente fecundo. Assim, propõe-se o conceito de "espaço social alimentar" como um instrumento de estudo dos modelos alimentares, assinalando a conexão bioantropológica de um grupamento humano ao seu meio. Nele destacam-se seis dimensões principais que focalizam espaços e sistemas diversos: o comestível, a produção alimentar, o culinário, os hábitos de consumo alimentar, a temporalidade e as diferenciações sociais. Um modelo alimentar é uma configuração particular do espaço social alimentar.Thinking food from Social Sciences implies overcoming certain epistemological obstacles which have rooted in theoretical positions since the foundation of this discipline: the positivism and the social autonomy. The concept of social space suggested by Georges Condominas to understand the interrelations between a human group and his background finds in food an application field particularly fruitful. Thus, we have suggested the concept of "food social space" as a tool to study the food patterns. The "food social space" marks the bioanthropological connection of a human group to his background. It gathers six main dimensions: the eatable products, the food production, the culinary aspect, the food habits, the temporality and the social differentiations. A food pattern is a particular configuration of the food social space.

  1. Consumo de alcohol

    OpenAIRE

    Luís Gustavo del Sol Padrón; Orestes Álvarez Fernández; Juan De Dios Rivero Berovides

    2010-01-01

    En este artículo se emite una definición clasificatoria de los individuos que consumen alcohol, según supuestos establecidos por Manconi. Se estratifican las personas atendiendo a los diferentes riesgos para este consumo. Se describen las afectaciones a la salud que produce el consumo de alcohol, y además se plantean las medidas estratégicas para propiciar una conducta efectiva antialcohólica. Por último, se presenta un flujograma para la inter...

  2. Efeitos de diversos fatores sobre o comportamento alimentar de adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-11-01

    Full Text Available Pesquisadores sugerem que o comportamento alimentar inadequado (CAI em jovens pode sofrer influências de diversos fatores. No entanto, os resultados têm sido controversos. Deste modo, o objetivo do presente estudo foi averiguar os efeitos de insatisfação corporal (IC, grau de comprometimento psicológico ao exercício (GCPE, nível habitual de atividade física (NAF, índice de massa corporal (IMC, percentual de gordura e etnia sobre o CAI de adolescentes. Participaram 362 jovens de ambos os sexos com idades entre 10 e 19 anos. O Eating attitudes test (EAT-26 foi utilizado para avaliar o CAI. Ademais, utilizou-se o Body shape questionnaire, a commitment exercise scale e o International physical activity questionnaire para avaliar IC, GCPE e NAF, respectivamente. Conduziu-se análise multivariada e regressão múltipla para analisar os dados. Os resultados evidenciaram que a IC, o GCPE, IMC e percentual de gordura influenciaram significativamente (p < 0,05 os escores das subescalas do EAT-26, tanto no sexo feminino, quanto no masculino. No entanto, os efeitos das variâncias foram diferentes entre os sexos. Concluiu-se que IC e o IMC foram os principais fatores que promoveram efeitos significativos nos distintos construtos do comportamento alimentar avaliados pelo EAT-26 em ambos os sexos.

  3. Fatores associados ao consumo de dietas ricas em gordura em adultos de uma cidade no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Airton José Rombaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi descrever a frequência de consumo de dieta rica em gordura por adultos de 20 a 69 anos de Pelotas, RS, e analisar fatores associados. Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 972 adultos. A frequência do consumo de gordura alimentar no ano anterior à pesquisa foi avaliada pelo questionário de Block, composto por quinze itens alimentares, pontuados de acordo com a frequência de consumo de alimentos com elevados teores de gordura. Cerca de 1/3 da população adulta (32,7% consumia regularmente dieta rica em gordura. Para ambos os sexos, o consumo regular de gordura mostrou-se associado a idades mais jovens e consumo regular de refrigerantes e, somente para homens, aos níveis econômicos A/B. A frequência do consumo regular de alimentos ricos em gordura na população adulta residente no município de Pelotas encontra-se além das recomendações atuais do Ministério da Saúde. Políticas públicas que estimulem uma alimentação saudável são urgentemente necessárias.

  4. Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Borne Ferreira

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo Identificar o estado nutricional e hábitos alimentares de pacientes masculinos em recuperação de dependência química em acompanhamento ambulatorial de uma unidade de adição. Métodos Estudo transversal com 25 pacientes adultos em tratamento ambulatorial para dependência química. Foram aferidos parâmetros antropométricos (peso, estatura, circunferência da cintura e índice de massa corporal e de composição corporal (bioimpedância elétrica, e foram investigados hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar – QFA. As variáveis categóricas são apresentadas como frequências e percentuais e as variáveis contínuas, como média e desvio-padrão ou como mediana e intervalo interquartil. Resultados Observou-se índice de massa corporal médio de 27,73 ± 4,15 kg/m2, com prevalência de sobrepeso de 80% e obesidade de 8%. A média da circunferência da cintura foi de 96,60 ± 9,84 cm e a de percentual de gordura corporal, de 23,24 ± 6,44. A maior parte da amostra estudada [20 (80%] refere realizar quatro ou mais refeições por dia e 72% referiram aumento do consumo alimentar no período de abstinência. A preferência por alimentos específicos no período de abstinência foi relatada por 12 (48% pacientes. Em relação ao consumo de alimentos ultraprocessados, destaca-se o consumo diário de pão francês (68%, pães brancos de forma (16%, sucos artificiais (48%, refrigerantes (32%, queijo amarelo (36%, embutidos com alto teor de gordura (36% e balas e chicletes (32%. Conclusão Os resultados mostram prevalência elevada de sobrepeso e obesidade, além de medida de circunferência da cintura alterada, relato de aumento da ingestão alimentar e consumo diário e semanal elevado de alimentos ultraprocessados.

  5. Estado nutricional e ingestão alimentar de pessoas com fibrose cística

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FIATES Giovanna Medeiros Rataichesck

    2001-01-01

    Full Text Available A mucoviscidose é uma doença que afeta o estado nutricional por interferir na ingestão e absorção adequadas de nutrientes. Este estudo avaliou 22 pacientes mucoviscidóticos atendidos no Ambulatório de Nutrição do Hospital Infantil Joana de Gusmão em Florianópolis, SC, no período de agosto de 1998 a janeiro de 1999. O estado nutricional foi determinado através de medidas antropométricas e dados de consumo alimentar. Quanto ao estado nutricional, 42,9% dos menores de 2 anos e 28,6% dos maiores de 10 anos estavam desnutridos; na faixa etária de 2 a 10 anos não houve nenhuma criança desnutrida. Quanto ao consumo alimentar, 33,3% atingiram a recomendação de energia e 95,2% atingiram a recomendação de proteína. Podemos concluir que a mucoviscidose afeta o estado nutricional das crianças em períodos críticos de crescimento e desenvolvimento, e que a qualidade da dieta destes pacientes pode ser melhorada através de um cuidado nutricional adequado.

  6. Terapia cognitivo-comportamental dos transtornos alimentares Cognitive-behavioural therapy of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Duchesne

    2002-12-01

    Full Text Available A terapia cognitivo-comportamental é uma intervenção breve, semi-estruturada e orientada para metas, que tem sido amplamente utilizada nos centros de pesquisa e tratamento de transtornos alimentares. O presente artigo tem por objetivo descrever as principais estratégias cognitivas e comportamentais utilizadas no tratamento ambulatorial dos transtornos alimentares. Vários ensaios clínicos avaliaram a eficácia da terapia cognitivo-comportamental, indicando que ela favorece a remissão ou diminuição da freqüência de episódios de compulsão alimentar, dos comportamentos purgativos e da restrição alimentar. Tem sido relatada também melhora do humor, do funcionamento social, e diminuição da preocupação com peso e formato corporal.The cognitive-behavioural therapy is a brief, semi-structured and goal oriented intervention, which has been largely used in research and treatment centers specialized on eating disorders. The present article describes the main cognitive and behavioral strategies used in the outpatient treatment of eating disorders. Several clinical studies assessed the effectiveness of cognitive-behavioural therapy, indicating the remission or the reduction of the frequency of binge eating episodes, purgative behaviours and food restriction. Social and mood improvement, as well as reduction of weight and body shape concerns, have also been reported.

  7. Performance and hormonal profile in broiler chickens fed with different energy levels during post restriction period Desempenho e perfil hormonal de frangos alimentados com diferentes níveis energéticos após restrição alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana Fernanda Giachetto

    2003-06-01

    Full Text Available The aim of this work was to investigate the influence of diet energy level on performance and hormonal profiles of broilers during post restriction period. It was a split-plot experiment, and the main treatments were in a 2x2 factorial scheme. Birds were fed restricted to 30% of the ad libitum intake, from 7 to 14 days of age. After the restriction period, birds were fed ad libitum with diets containing low (2,900 kcal ME/kg or high (3,200 kcal ME/kg energy until 49 days of age. Broilers fed with high energy ration showed lower feed intake and better feed conversion and decreased carcass protein; however, abdominal fat pad, and total carcass fat were not affected by ration energy levels or feeding program. Neither diet energy level nor feed restriction program changed body weight at 49 days. The profile of insulin-like growth factor-1 (IGF-1 was reduced during the feed restriction period, but increased at refeeding period. Feeding program and ration energy level did not affect T3, T4 and growth hormone serum concentrations. Feed restriction at 30% of ad libitum intake is not enough to promote changes on carcass quality, related to fat deposition, and on metabolic hormone levels, except IGF-1 seric level that has rapid increase after feed restriction.O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito do nível energético da dieta no desempenho e nos níveis hormonais após um período de restrição alimentar. O experimento foi em parcelas subdivididas, com os tratamentos principais em um esquema fatorial 2x2. O consumo de ração das aves foi reduzido em 30% em relação ao grupo controle, do 7º ao 14º dia de idade, sendo posteriormente alimentadas ad libitum com dietas contendo baixa (2.900 kcal EM/kg ou alta energia (3.200 kcal EM/kg, até os 49 dias de idade. Aves alimentadas com o maior nível energético mostraram um menor consumo de ração, melhor conversão alimentar e decréscimo na quantidade de proteína da carcaça. A gordura

  8. Associação de ractopamina e vitaminas antioxidantes para suínos em terminação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Abrami Monteiro Silva

    2015-02-01

    Full Text Available Objetivou-se neste estudo avaliar a inclusão de ractopamina e sua associação com as vitaminas antioxidantes C e E em dietas de suínos em terminação durante 28 dias antes do abate sobre o desempenho, as características de carcaça e a qualidade da carne. Quarenta e oito suínos da linhagem Agroceres PIC (24 machos castrados e 24 fêmeas foram distribuídos em delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 3x2, com três dietas: controle; controle + 10ppm de ractopamina; controle + complexo (0,05% de ractopamina com vitaminas antioxidantes (10ppm de ractopamina + 200mg de vitamina E + 100mg de vitamina C kg-1 de ração e dois gêneros (machos castrados e fêmeas. Foram avaliados o consumo de ração, o ganho de peso e a conversão alimentar dos animais. Os suínos foram abatidos com peso médio de 100,81±7,81kg. Após o abate, as características de carcaça foram avaliadas e foram coletadas amostras do músculo Longissimus dorsi para a análise da qualidade da carne. Verificou-se diferença (P<0,05 para a conversão alimentar, conformação da carcaça e pH final da carne dos animais que consumiram rações que continham ractopamina. A oxidação da carne foi menor para a dieta com o complexo (ractopamina + vitamina em relação ao controle (0,10mg kg-1 vs 0,13mg kg-1 TBARS. O marmoreio da carne foi maior (P<0,05 na dieta controle + ractopamina em relação à dieta controle. Os valores de vitamina E no músculo foram mais elevados nos animais que ingeriram as vitaminas antioxidantes (0,23 vs 0,08mg kg-1 vit. E. Conclui-se que a inclusão de ractopamina, associada ou não às vitaminas antioxidantes, promoveu melhora na conversão alimentar e redução da oxidação lipídica da carne

  9. Determinantes do consumo de frutas e hortaliças em adolescentes por regressão quantílica Determinantes del consumo de frutas y hortalizas en adolescentes por regresión cuantílica Determinants of fruit and vegetable intake in adolescents using quantile regression

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta Schein Bigio

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o consumo de frutas, legumes e verduras (FLV de adolescentes e identificar fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 812 adolescentes de ambos os sexos de São Paulo, SP, em 2003. O consumo alimentar foi medido pelo recordatório alimentar de 24 horas. O consumo de FLV foi descrito em percentis e para investigar a associação entre a ingestão de FLV e variáveis explanatórias; foram utilizados modelos de regressão quantílica. RESULTADOS: Dos adolescentes entrevistados, 6,4% consumiram a recomendação mínima de 400 g/dia de FLV e 22% não consumiram nenhum tipo de FLV. Nos modelos de regressão quantílica, ajustados pelo consumo energético, faixa etária e sexo, a renda domiciliar per capita e a escolaridade do chefe de família associaram-se positivamente ao consumo de FLV, enquanto o hábito de fumar associou-se negativamente. Renda associou-se significativamente aos menores percentis de ingestão (p20 ao p55; tabagismo aos percentis intermediários (p45 ao p75 e escolaridade do chefe de família aos percentis finais de consumo de FLV (p70 ao p95. CONCLUSÕES: O consumo de FLV por adolescentes paulistanos mostrou-se abaixo das recomendações do Ministério da Saúde e é influenciado pela renda domiciliar per capita, pela escolaridade do chefe de família e pelo hábito de fumar.OBJETIVO: Analizar el consumo de frutas, legumbres y verduras (FLV de adolescentes e identificar factores asociados. MÉTODOS: Estudio transversal de base poblacional con muestra representativa de 812 adolescentes de ambos sexos de Sao Paulo, Sureste de Brasil, en 2003. El consumo alimentario fue medido por el recordatorio alimentario de 24 horas. El consumo de FLV fue descrito en percentiles y para investigar la asociación entre la ingestión de FLV y variables explicativas fueron utilizados modelos de regresión cuantílica. RESULTADOS: De los adolescentes entrevistados, 6

  10. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Giron Uzunian

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes, maior será o fator de proteção contra o desenvolvimento de transtornos alimentares.

  11. Consumo de carnes por adolescentes do Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Formoso Assunção

    2012-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a frequência de consumo de diferentes tipos de carnes conforme variáveis sociodemográficas e nutricionais, e analisar o consumo, em adolescentes do Sul do Brasil, de dieta rica em gordura conforme os tipos de carne consumidos. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com adolescentes pertencentes à coorte de nascimentos de 1993, em Pelotas (RS. A frequência de consumo de carnes vermelhas, brancas, vísceras e embutidos foi avaliada por um Questionário de Frequência de Consumo Alimentar, adaptado para este estudo. A ingestão de dieta rica em gordura foi avaliada a partir do instrumento proposto por Block. As variáveis independentes foram sexo, cor da pele, nível socioeconômico, escolaridade materna e estado nutricional. Nas análises estatísticas, foram utilizados testes Qui-quadrado de heterogeneidade e de tendência linear. RESULTADOS: Foram avaliados 4.325 adolescentes com idade média de 14,7, DP=0,3 anos, dos quais 51,2% eram do sexo feminino. A frequência de consumo diário de carnes vermelhas foi maior do que a de carnes brancas (43,0% e 9,7%, respectivamente. O consumo de embutidos por mais do que quatro vezes por semana foi referido por 48,5% dos indivíduos, e 81,4% relataram consumir vísceras raramente ou nunca. Adolescentes de maior nível socioeconômico e filhos de mães com maior escolaridade apresentaram maior consumo de carnes vermelhas e embutidos, enquanto aqueles em situação oposta apresentaram maior consumo de carnes brancas. Adolescentes que consomem carnes com maior frequência também consomem dieta rica em gordura. CONCLUSÃO: As carnes consumidas com maior frequência pelos adolescentes foram as vermelhas e os embutidos. No entanto, adolescentes de maior nível socioeconômico consomem carnes vermelhas com maior frequência, enquanto adolescentes menos favorecidos economicamente consomem mais carnes brancas.

  12. Estudo da associação entre características de desempenho e de carcaça de suínos por meio de correlação canônica Association between performance and carcass traits of swine using canonical correlation

    OpenAIRE

    Leandro Barbosa; Paulo Sávio Lopes; Adair José Regazzi; Simone Eliza Facioni Guimarães; Robledo de Almeida Torres

    2005-01-01

    Dados de 844 animais de uma população F2 de suínos foram utilizados para avaliar a associação entre características de desempenho e carcaça por meio de correlação canônica. Foram consideradas no estudo, além das características de desempenho, o tamanho da leitegada ao nascimento, o número de tetos, o peso aos 77 dias de idade, o consumo de ração e a conversão alimentar dos 77 aos 105 dias e as seguintes características de carcaça: idade ao abate; peso da meia-carcaça direita; comprimento de c...

  13. Consumo diário de refrigerantes, doces e frituras em adolescentes do Nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberta de Vargas Zanini

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo transversal de base escolar que avaliou a prevalência e fatores associados ao consumo diário de refrigerantes, doces e frituras em adolescentes (15-20 anos da rede pública estadual de Caruaru (PE, em 2007. Para avaliar os fatores associados ao consumo diário de refrigerantes, doces e frituras, realizou-se análise multivariável e hierarquizada, por regressão de Poisson, com variáveis sociodemográficas no primeiro nível hierárquico, comportamentais no segundo e relacionadas ao padrão alimentar no terceiro. O consumo de refrigerantes, doces ou frituras em pelo menos uma vez por semana foi referido por 90,9%, 95,4% e 89,6% dos adolescentes, respectivamente. As prevalências correspondentes ao consumo diário destes alimentos foram 30,2%, 42,0% e 28,3%. O consumo diário de doces foi 21% maior entre as meninas e 25% maior entre adolescentes que consumiram arroz e feijão diariamente. Em relação às frituras, as meninas referiram um consumo 37% maior do que os meninos. Adolescentes que consumiram carnes diariamente, apresentaram um consumo diário de frituras 43% maior. O consumo de refrigerantes, doces e frituras entre os adolescentes caruaruenses mostrou-se elevado e apresentou um padrão de consumo homogêneo para a maioria das variáveis analisadas.

  14. Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação? Micronutrient consumption and overweight: Is there a relationship?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Luisa Marcucci Leão

    2012-03-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: O incremento da obesidade nas últimas décadas se associa às mudanças nos modos de vida da população, incluindo amplas alterações dietéticas, sobretudo na ingestão de micronutrientes. OBJETIVO: Descrever o consumo de micronutrientes e revisar sua implicação no estado nutricional. MÉTODOS: Realizou-se levantamento bibliográfico contemplando artigos nacionais e internacionais, publicados nos últimos 11 anos, nas bases de dados SciELO, LILACS, Medline e sites de organizações governamentais, usando como descritores: "micronutrientes", "consumo alimentar", "excesso de peso" , "saúde" e "estado nutricional" e suas traduções em inglês. RESULTADOS: A deficiência no consumo de micronutrientes é um problema de saúde global, atingindo cerca de 2 bilhões de pessoas, e parece se associar com maior risco de doenças e agravos não transmissíveis, incluindo a obesidade. A insuficiente ingestão de vitamina A favorece o excesso de peso por alteração no metabolismo da tireóide, enquanto a vitamina C se relaciona à síntese de carnitina e oxidação da gordura; e a vitamina D favorece o controle da saciedade e do gasto energético. Quanto aos minerais, o cálcio auxilia a regulação da termogênese e lipogênese/lipólise; e o zinco está envolvido na regulação de insulina e leptina. CONCLUSÃO: A promoção de hábitos alimentares saudáveis por meio de práticas educativas se faz necessária para maior conscientização da população acerca das implicações do consumo de micronutrientes no estado nutricional, devendo compor as estratégias de Saúde Pública de controle da obesidade e suas complicações.INTRODUCTION: In past decades, the growth in obesity has been associated with changes in the lifestyle of the population, including comprehensive dietary changes, especially in the intake of micronutrients. OBJECTIVE: To describe micronutrient intake and review its consequences on nutritional status. METHODS: A

  15. Desenvolvimento de um questionário quantitativo de freqüência alimentar em imigrantes japoneses e seus descendentes residentes em São Paulo, Brasil Development of a dietary assessment method for people of Japanese descent living in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marly Augusto Cardoso

    2000-01-01

    Full Text Available Descreve-se o desenvolvimento de um questionário para avaliação da freqüência habitual e da quantidade de alimentos e nutrientes consumidos por indivíduos de etnia japonesa residentes em São Paulo. A lista de alimentos e preparações do Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA foi elaborada a partir de inquérito com registro de consumo alimentar de três dias em amostra aleatória de japoneses de primeira e segunda geração da cidade de São Paulo (n = 166; faixa etária 45 a 70 anos. Os alimentos foram agrupados segundo valor nutricional por porção alimentar e fontes de nutrientes de particular interesse (por exemplo, alimentos e preparações de origem japonesa. O tamanho das porções de cada item alimentar foi classificado em pequeno, médio, grande e extra grande de acordo com a distribuição percentual dos pesos correspondentes às medidas caseiras referidas nos registros alimentares. O QQFA foi elaborado com 129 itens alimentares e com perguntas a respeito de práticas e preferências alimentares usuais. O QQFA poderá ser auto-administrado em indivíduos de escolaridade de nível médio ou superior. O tempo médio de preenchimento é de 45 minutos, dependendo da variabilidade da dieta habitual, faixa etária e motivação do participante.The present study describes the development of a questionnaire to assess usual frequency and quantity of food and nutrient intake by people of Japanese descent living in São Paulo, Brazil. Both the food list and appropriate serving sizes for food items from the Food Frequency Questionnaire (FFQ were selected from a cross-sectional assessment of diet in a random sample of Japanese immigrants living in the city of São Paulo (first- and second-generations, n = 166, aged 45-70 years, using self-administered three-day food records. We used the food records to select food items on the basis of their contribution to total population intake of relevant foods and nutrients

  16. Aversão alimentar adquirida e qualidade de vida em mulheres com neoplasia mamária Acquired food aversion and quality of life in women with beast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Maria Moreira Lima Verde

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o comportamento alimentar de mulheres com câncer de mama submetidas à quimioterapia, e sua relação com a qualidade de vida destas pacientes. MÉTODOS: A partir de um ensaio clínico do tipo antes e depois, selecionou-se 25 mulheres do Hospital AC Camargo (São Paulo, Brasil durante o período de outubro de 2005 a abril de 2006. As pacientes inclusas no estudo apresentavam diagnóstico de câncer de mama, com estadiamento I e II e indicação de tratamento quimioterápico adjuvante. Nos momentos T0 (antes e T1 (após o tratamento quimioterápico, o comportamento alimentar (consumo e aversão alimentar foi avaliado por três recordatórios 24 horas e um questionário Food Action, respectivamente. A qualidade de vida foi monitorada por meio do questionário Functional Assessment of Cancer Therapy-Breast. RESULTADOS: Após o tratamento quimioterápico (T1, o consumo de macro e micronutrientes não apresentou alterações significantes, mas o consumo de frutas e sucos aumentou (p=0,03. Perfil inverso foi observado em relação à preferência por café preto (p=0,01 e pelo grupo de bebidas (pOBJECTIVE: The objective of this paper was to assess the eating behavior of women with breast cancer subjected to chemotherapy and its relation with the quality of life of these patients. METHODS: A total of 25 women receiving care at the Hospital AC Camargo (SP, Brazil from October 2005 to April 2006 were selected based on a clinical assay of the before and after type. The patients included in the study were diagnosed with breast cancer, stages I and II and had indication of adjuvant chemotherapy. At the times T0 (before and T1 (after chemotherapy, the eating behavior (food intake and aversion was assessed by three 24-hour recalls and the Food Action questionnaire, respectively. Quality of life was monitored through the use of the Functional Assessment of Cancer Therapy - Breast questionnaire. RESULTS: After chemotherapy (T1, the intake of

  17. Determinantes sociodemográficos, antropométricos e alimentares de dislipidemia em pré-escolares

    OpenAIRE

    Nobre,Luciana N.; Lamounier,Joel A.; Sylvia do C. C. Franceschini

    2013-01-01

    OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar os determinantes de dislipidemia em pré-escolares. MÉTODOS: A partir de um desenho transversal, foi avaliado um total de 227 pré-escolares com 5 anos de idade residentes em uma área urbana da cidade de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. Foram avaliados: variáveis bioquímicas, antropométricas, condição socioeconômica e comportamental, a partir de um questinário; e ingestão alimentar, a partir de um questionário de fequência de consumo de alimento...

  18. Desempenho larval do camarão-d'água-doce (Macrobrachium rosenbergii De Man, 1879) submetido a diferentes regimes alimentares Larval performance of the freshwater prawn (Macrobrachium rosenbergii De Man, 1879) submitted to different feeding systems

    OpenAIRE

    Luciana Almada Thomaz; Lídia Miyako Yoshii Oshiro; Andrea Cecchetto Bambozzi; José Teixeira de Seixas Filho

    2004-01-01

    O desempenho das larvas de Macrobrachium rosenbergii submetidas a quatro diferentes regimes alimentares foi verificado utilizando a observação diária dos subestádios larvais e as primeiras metamorfoses. As larvas foram estocadas em densidade de aproximadamente 100 larvas.l-1, em 16 tanques retangulares, com capacidade de 33 litros. O experimento foi dividido em quatro unidades experimentais (blocos), nos quais foram testados quatro regimes alimentares na larvicultura em circuito aberto, com q...

  19. SURTOS DE GASTROENTERITE RELACIONADOS AO CONSUMO DE LATICÍNIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO NO PERÍODO DE 2000 A 2010

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Dinois MERUSSI

    2012-12-01

    Full Text Available O leite é considerado um alimento completo em termos nutricionais, mas também se constitui em excelente substrato para o desenvolvimento microbiano podendo oferecer riscos à saúde dos consumidores. Este trabalho teve por objetivo realizar um levantamento de dados sobre a ocorrência de surtos de gastroenterite relacionados ao consumo de leite e derivados no estado de São Paulo, no período de 2000 a 2010. Os dados foram obtidos a partir dos registros de surtos de doenças transmitidas por alimentos, notificados à Divisão de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Os resultados mostraram que foram notificados 239 surtos envolvendo 2.418 casos relacionados ao consumo de laticínios no perí- odo estudado, em 79 surtos (33,0% foram identificados os agentes etiológicos, dentre os quais prevaleceram as bactérias (84,8%, com destaque para Staphylococcus aureus. Em relação aos locais de ocorrência dos surtos observou-se maior prevalência nas residências (59,4% e maiores incidências nos meses de janeiro (14,2% e julho (12,5%, sendo que a principal faixa etária relatada situou-se entre 20 e 49 anos (24,1%. Os resultados revelam a necessidade de maior atenção às boas práticas de produção e manipulação de alimentos, bem como a conscientização da população e órgãos competentes sobre a importância da notificação dos casos e adoção de medidas preventivas para garantir segurança alimentar à população.

  20. Consumo e desejo na cultura do narcisismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro de Santi

    2008-09-01

    Full Text Available Neste artigo, pretendo mostrar como o conceito de cultura do narcisismo, criado pelo antropólogo americano Christopher Lash nos anos 1970, pode nos ajudar a pensar sobre alguns padrões de consumo em nosso mundo contemporâneo. Trabalho também com o psicanalista Jurandir Freire-Costa, o sociólogo Zygmunt Bauman e teses minhas para tentar compreender como se altera a forma de consumir em decorrência da crise da Modernidade. Palavras-chave: Consumo; desejo; narcisismo; Modernidade. ABSTRACT In this article, I intent to show how the concept of culture of narcisism, created by American anthropologist Christopher Lash in the 1970’s, can help us think about some patterns of consumption in contemporary world. I also work with ideas put forward by psychoanalyst Jurandir Freire-Costa, sociologist Zygmunt Bauman as well as some of my own ideas, in order to try to understand how the modes of consumption change throughout the crisis of Modernity. Keywords: Consumption; desire; narcisism; Modernity.

  1. Comportamento alimentar em moradia estudantil: um espaço para promoção da saúde Food behavior in student residence halls: a setting for health promotion

    OpenAIRE

    Hayda Josiane Alves; Maria Cristina Faber Boog

    2007-01-01

    OBJETIVO: Descrever qualitativamente o comportamento alimentar de estudantes residentes em moradia universitária. MÉTODOS: Estudo quanti-qualitativo realizado com uma amostra sorteada de cem estudantes universitários, residentes em moradia estudantil no município de Campinas, SP, em 2004. Foram feitas entrevistas utilizando-se formulário para colher o recordatório alimentar nas últimas 24 horas, incluindo questões abertas relativas ao sistema de compras e práticas de consumo. Foram criados cr...

  2. CONSUMO ENERGÉTICO PROVENIENTE DE ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS POR ADOLESCENTES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helen Freitas D’Avila

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Avaliar o consumo proveniente dos alimentos ultraprocessados e fatores relacionados em adolescentes. Métodos: Estudo transversal com 784 adolescentes (de ambos os sexos e entre 12 a 19 anos de escolas públicas e privadas do município de Palmeira das Missões, Brasil. O consumo alimentar foi registrado pelo questionário semiquantitativo de frequência de consumo de alimentos e convertido em energia (Kcal/dia. Os alimentos foram classificados em: minimamente processados, grupo 1 (G1; alimentos processados, grupo 2 (G2; e alimentos ultraprocessados, grupo 3 (G3. As variáveis avaliadas foram: sexo, classe socioeconômica, cor, atividade física, índice de massa corpórea (IMC e níveis pressóricos. Na comparação de variáveis quantitativas foi usado o teste de Mann-Whitney e o teste H de Kruskal-Wallis. Para ajustar as diferenças entre os grupos, considerando os efeitos de calorias totais, foi aplicado o teste de análise de covariância (ANCOVA. Resultados: A mediana do consumo energético total foi de 3.039,8 Kcal e a de ultraprocessados foi de 1.496,5 Kcal/dia (49,23%. O consumo calórico proveniente dos alimentos do G1, do G2 e do G3 não diferiu de acordo com a cor da pele dos adolescentes. Os adolescentes pertencentes às classes C e D são os maiores consumidores de calorias do G2 e do G3 (p<0,001. Os adolescentes insuficientemente ativos consomem menos calorias de alimentos minimamente processados. Os adolescentes eutróficos apresentam maior consumo do G3 (p<0,001, quando comparados aos que possuem excesso de peso. Conclusões: O consumo de alimentos ultraprocessados associou-se ao nível social, ao nível de atividade física e ao estado nutricional.

  3. Consumo y salud

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel-C SÁNCHEZ-BARBUDO RUIZ-TAPIADOR

    2009-11-01

    Full Text Available RESUMEN: El tema «CONSUMO Y SALUD» está enfocado desde el punto de vista de la función importantísima del Profesor. Tiene como finalidad poner de manifiesto el marco dentro del cual el consumo es útil y beneficioso para la salud, tanto individual como colectiva. Al mismo tiempo, intenta orientar la acción educativa del Profesor para que, conjuntamente con su ejemplo, encauce el desarrollo de la personalidad del alumno y pueda éste integrarse en esta sociedad de consumo como ciudadano responsable, capaz de elegir libremente entre conductas positivas para la salud y rechace las conductas negativas.SUMMARY: The topic «CONSUMER SOCIETY AND HEALTH» is approached from the teacher's point of view, whose function in introducing this subject to the students is most important. The purpose is to show the framework within which consuming is useful and advantageous for both an individual and collective health. At the same time, the article intends to give directions to the teacher's educative task. The aim is for the teacher, helped by his exemplary behaviour, to guide students' personality development and on that account to help them to join consumer society in a responsible way and to enable them to both choose freely among positive consumer attitudes to their health and reject the negative ones.

  4. Influência da criação de um serviço de tratamento da dor aguda nos custos e no consumo de drogas analgésicas na sala de recuperação pós-anestésica Influencia de la creación de un servicio de tratamiento del dolor agudo en los costos y en el consumo de drogas analgésicas en la sala de recuperación pos-anestésica Influence of acute pain management service on analgesic drugs cost and consumption in the post-anesthetic recovery unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Emanuel Wortmann Gomes

    2003-12-01

    Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Sabe-se que a dor aguda pós-operatória apresenta grande influência na evolução dos pacientes cirúrgicos. Mobilização precoce, menor tempo de hospitalização, diminuição de custos e maior satisfação são resultados do adequado manuseio da dor. Observa-se uma tendência mundial ao surgimento de serviços especializados no tratamento da dor pós-operatória. O presente estudo visa descrever a influência da criação de um serviço de tratamento da dor aguda pós-operatória nos custos e no consumo de analgésicos na sala de recuperação pós-anestésica. MÉTODO: Durante os anos de 2000 e 2001 foi realizada coleta prospectiva de dados, através de sistemas informatizados especialistas da Controladoria de nossa instituição, relativos ao consumo e custo de drogas analgésicas na sala de recuperação e ao número de cirurgias realizadas. RESULTADOS: Houve um aumento do consumo e dos custos com analgésicos, assim como uma modificação no perfil de utilização dos mesmos. CONCLUSÕES: A criação do Serviço de Tratamento da Dor Aguda (STDA em nossa instituição determinou uma mudança no perfil dos analgésicos utilizados. Houve um aumento de consumo e nos custos dessas drogas, sugerindo que os pacientes tiveram um melhor controle da dor pós-operatória.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Se sabe que el dolor agudo pos-operatorio presenta gran influencia en la evolución de los pacientes quirúrgicos. Movilización precoz, menor tiempo de hospitalización, diminución de costos y mayor satisfacción son resultados del adecuado manoseo del dolor. Se observa una tendencia mundial al surgimiento de servicios especializados en el tratamiento del dolor pos-operatorio. El actual estudio tiene por finalidad describir la influencia de la creación de un servicio de tratamiento del dolor agudo pos-operatorio en los costos y en el consumo de analgésicos en la sala de recuperación pos-anestésica. MÉTODO: Durante los a

  5. Interdisciplinary lifestyle therapy improves binge eating symptoms and body image dissatisfaction in Brazilian obese adults Terapia interdisciplinar de mudança do estilo de vida melhora sintomas de compulsão alimentar e insatisfação com a imagem corporal em adultos obesos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Pereira de Carvalho-Ferreira

    2012-01-01

    de mudança do estilo de vida sobre sintomas de compulsão alimentar, depressão, ansiedade, insatisfação com a imagem corporal e qualidade de vida em adultos obesos. MÉTODOS: Um total de 49 adultos obesos (índice de massa corporal = 37.35±5.82 kg/m²; idade = 44.14±10.00 anos participaram de um programa de redução de peso por 6 meses. Sintomas de compulsão alimentar, insatisfação com a imagem corporal, depressão, ansiedade e qualidade de vida foram avaliados por meio de questionários autoaplicáveis. O consumo alimentar foi avaliado utilizando-se um registro alimentar de 3 dias. Os dados foram analisados utilizando análise de variância (ANOVA. RESULTADOS: Os resultados da ANOVA mostraram uma redução nos sintomas de compulsão alimentar e na insatisfação com a imagem corporal. Os sintomas de depressão e ansiedade também diminuíram, e foi observado um aumento nos escores de qualidade de vida. Após a terapia, foi verificada melhora significativa no perfil nutricional, assim como significativa redução de peso. Foi observada uma correlação positiva entre a variação dos sintomas de ansiedade e o consumo de lipídios. Sintomas de compulsão alimentar apresentaram associação com sintomas de ansiedade e insatisfação com a imagem corporal, e a insatisfação com a imagem corporal se correlacionou positivamente com os sintomas de ansiedade nos homens. Nas mulheres, foi observada uma correlação positiva entre sintomas de depressão e de compulsão alimentar. CONCLUSÃO: A terapia interdisciplinar foi eficaz na promoção de mudanças físicas e psicológicas e proporcionou uma melhor qualidade de vida em adultos obesos.

  6. Práticas indiscriminadas de dietas de emagrecimento e o desenvolvimento de transtornos alimentares

    OpenAIRE

    Silvana Souto; Júlia Sursis Nobre Ferro-Bucher

    2006-01-01

    OBJETIVO: Discutir a utilização indiscriminada de dietas para emagrecimento, considerando os diversos níveis de incentivo de práticas para a obtenção do peso corporal apregoado como ideal nos meios de comunicação. MÉTODOS: Foi adotada a abordagem metodológica qualitativa. A partir de narrativas de mulheres portadoras de transtornos alimentares, no Município de Fortaleza, CE, buscou-se identificar as motivações e os incentivos das práticas inadequadas de controle de peso, e compreender o signi...

  7. Transtornos alimentares em escolares Eating disorders in school children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João E. M Vilela

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho investiga a freqüência de possíveis transtornos da alimentação e comportamentos alimentares inadequados em crianças e adolescentes de seis cidades do interior de Minas Gerais, uma vez que a maioria dos autores afirma uma prevalência maior em países desenvolvidos. MÉTODOS: Este é um estudo transversal onde foram aplicadas as auto-escalas BITE (Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh, EAT (Teste de Atitudes Alimentares e Teste de Imagem Corporal em 1.807 estudantes de escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio, com idade entre 7 e 19 anos. RESULTADOS: De acordo com a auto-escala EAT, 241 alunos (13,3% apresentaram possíveis transtornos de alimentação, com predominância significativa do sexo feminino. E, segundo a auto-escala BITE, 19 estudantes (1,1% apresentaram um escore compatível com bulimia nervosa. Encontramos 1.059 alunos (59% insatisfeitos com sua imagem corporal, 731 alunos (40% em uso de dieta para emagrecer e 1.014 alunos (56% que praticavam atividade física com a finalidade de perder peso. Os episódios bulímicos foram encontrados em 218 alunos (12%, e 175 alunos (10% utilizavam métodos purgativos para perder peso. CONCLUSÕES: Este estudo mostra uma alta prevalência de possíveis transtornos alimentares na população estudada, assim como comportamentos alimentares inadequados, principalmente em adolescentes do sexo feminino. Os resultados são semelhantes aos encontrados nos países considerados desenvolvidos. Concluímos que esses achados são relevantes para a clínica da criança e do adolescente e que podem proporcionar futuros trabalhos onde poderemos compreender melhor os possíveis fatores de risco para esses transtornos da alimentação.OBJECTIVE: To determine the prevalence of possible eating disorders and inappropriate eating behaviors in school children from six municipalities in the state of Minas Gerais, Brazil. METHODS: Cross-sectional study. The Bulimic

  8. Disponibilidade de "açúcares de adição" no Brasil: distribuição, fontes alimentares e tendência temporal Availability of added sugars in Brazil: distribution, food sources and time trends

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Bertazzi Levy

    2012-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Estimar o consumo de "açúcar de adição" pela população brasileira, nos estratos regionais e socioeconômicos, destacando suas principais fontes alimentares e verificar a tendência do seu consumo nas últimas décadas. MÉTODOS: Contou-se com informações das Pesquisas de Orçamentos Familiares a partir da década de 80 sobre o tipo e a quantidade de alimentos e bebidas adquiridos pelas famílias brasileiras. Os indicadores analisados foram: % das calorias de açúcar no total calórico da dieta e % calórico das frações de açúcar de mesa e de açúcar adicionado aos alimentos pela indústria/kcal açúcar da dieta. RESULTADOS: Em 2002/03, 16,7% das calorias totais eram provenientes de "açúcar de adição" e sua participação mostrou-se elevada em todos os estratos regionais e de renda. A razão açúcar de mesa/açúcar adicionado pela indústria se inverte com o aumento da renda. A participação do açúcar de mesa nos últimos 15 anos foi reduzida, enquanto a contribuição do açúcar adicionado aos alimentos dobrou, especialmente por meio do consumo de refrigerantes e biscoitos. CONCLUSÕES: O consumo de açúcar no Brasil excede largamente a recomendação da OMS e verificou-se importante alteração nas fontes de consumo.OBJECTIVE: To describe the regional and socio-economic distribution of consumption of added sugar in Brazil in 2002/03, particularly products, sources of sugar and trends in the past 15 years. METHODS: The study used data from Household Budget Surveys since the 1980s about the type and quantity of food and beverages bought by Brazilian families. Different indicators were analyzed: % of sugar calories over the total diet energy and caloric % of table sugar fractions and sugar added to processed food/ sugar calories of diet. RESULTS: In 2002/03, of the total energy available for consumption, 16.7% came from added sugar in all regional and socio-economic strata. The table sugar/ sugar added to

  9. Efeito de um programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e os hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério The effects of a mixed program of nutritional intervention and physical exercise on body composition and feeding habits of obese climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Assunção Monteiro

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Foi avaliar o efeito de programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério. MÉTODOS: Trabalhou-se com 2 grupos de 15 pessoas por 40 semanas: Grupo Dieta (intervenção nutricional e Grupo Exercício (intervenção nutricional e exercício. RESULTADO: As reduções do peso (-2,3kg para Grupo Dieta e -5,3kg para o Grupo Exercício e da circunferência da cintura (-4,8cm para Grupo Dieta e -7,6cm para Grupo Exercício, foram maiores para o Grupo Exercício. Foi verificada evolução positiva na classificação do Índice de Massa Corporal para ambos os grupos, sendo que o Grupo Exercício respondeu melhor ao tratamento. O padrão alimentar foi considerado monótono e com baixo consumo de alimentos regionais. CONCLUSÃO: O programa foi efetivo para perda de peso, em maior intensidade na presença de exercício. A educação alimentar proposta foi capaz de acarretar mudanças nos hábitos alimentares.OBJECTIVE: The effects of a mixed program of nutrition intervention and physical exercise on body composition and feeding habits were evaluated in obese climacteric women. METHODS: Thirty participants were randomly assigned in 2 groups during 40 weeks: Diet Group (nutritional intervention and Exercise Group (nutritional intervention and exercise. RESULTS: Weight reductions (Diet Group 2,3kg/Exercise Group -5,3kg and waist circunference (Diet Group -4,8cm/Exercise Group 7,6cm were greater in Exercise Group. A positive evolution was noticed in the Body Mass Index in both groups, with Exercise Group having better answer to treatment. It was observed a monotonous feeding pattern and low compliance to the consumption of regional typical foods. CONCLUSION: We concluded that the program was effective for weight loss at a higher intensity in the presence of exercise and the feeding education was able to modify the feeding habits.

  10. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  11. Práticas e mudanças no comportamento alimentar na população de Brasília, Distrito Federal, Brasil Behavioral changes in food intake practices in the population of Brasília, Federal District, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cristina Sebba Marinho

    2007-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: investigar as práticas e mudanças alimentares na população de Brasília, Distrito Federal, com as variáveis escolaridade, renda e sexo. MÉTODOS: estudo transversal, com uma amostra probabilística de 500 domicílios, com entrevista a pessoas >15 anos. As entrevistas foram feitas no Plano Piloto, Cidades Satélites e Vila Estrutural do Distrito Federal, entre março de 2003 e março de 2004. O marco amostral foi definido com base nos setores censitários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, referentes ao censo demográfico de 2000. Foram sorteados 20 setores censitários dentre os 2548 existentes no Distrito Federal. RESULTADOS: os alimentos consumidos diariamente foram: arroz, feijão, pão, frutas, legumes e verduras. Consumo semanal de frango (85,0%, carne bovina (76,0%, massas (69,6% e ovos (62,0%. A maioria (71,0% relatou preocupar-se com alimentação saudável. Apenas, 37% dos entrevistados relataram mudança alimentar nos últimos seis meses, e dentre eles 32,6% atribuíram à perda de peso, 25,4% à preocupação com a saúde e 20,0% à reeducação alimentar. A mudança foi mantida por 84,2% dos respondentes. CONCLUSÕES: os dados apontam a preocupação com a alimentação saudável e mudanças nas práticas alimentares. As razões alegadas para as mudanças estão relacionadas com a estética e preocupação com a saúde. Renda e escolaridade constituem preditores significativos das mudanças nas práticas alimentares.OBJECTIVES: to investigate food habits changes in the population of Brasília, Federal District through variables such as schooling, income and sex. METHODS: A cross sectional study, with a probabilistic sample of 500 homes through interviews of people aged over 15. The interviews were held at the Plano Piloto, Cidades Satélites and Vila Estrutural regions of the Federal District between March 2003 and March 2004. The sample landmark was defined based on Instituto Brasileiro de Geografia

  12. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres das comunidades quilombolas de Alagoas

    OpenAIRE

    Luna, Andreza de Araújo

    2010-01-01

    Objective: To determine the nutritional status and dietary intake of women from quilombola communities in the State of Alagoas. Methods: 1308 women were studied and their anthropometric, dietary, socioeconomic and demographic factors were obtained. Nutritional status was evaluated utilizing Body Mass Index (BMI). To investigate the possible relationship between malnutrition in early life, as measured by stunting, and current nutritional status, the women were categorized according to distrib...

  13. Estado nutricional e práticas alimentares de trabalhadores acidentados Nutritional status and dietary practices of injured workers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Tavares de Medeiros

    2007-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar o estado nutricional e as práticas alimentares de trabalhadores acidentados de Piracicaba, SP. MÉTODOS: Estudo transversal com 600 trabalhadores acidentados, atendidos em um dos 8 serviços especializados do município, entre maio e outubro de 2004. Foram caracterizados a situação socioeconômica, ocupacional, as práticas alimentares e o estado nutricional (peso, altura e circunferência de cintura, verificando médias e desvio-padrão. RESULTADOS: Os acidentados eram, fundamentalmente, homens (87,33%, operários (55,17%, com idade média de 33 anos. A maioria se inseria no mercado formal (84,17%, em turno diurno fixo (91,00%, e 55,33% possuía trabalho fixo. Aproximadamente a metade deles apresentou sobrepeso (28,26% ou obesidade (17,89%, sendo maior nos que referiam pouco esforço físico no trabalho (54,90%. Quase 1/3 dos trabalhadores tinha a circunferência da cintura aumentada, indicando risco cardiovascular. O benefício alimentação atendia a 85,33% dos entrevistados. Predominou, na rotina alimentar, a realização de duas grandes refeições, almoço (95,67% e jantar (94,83%; 24,16% não ingeriam o desjejum diariamente, e 37,50% consumiam alimentos entre as grandes refeições. O arroz e o feijão eram consumidos, diariamente, por 98,67%, as carnes por 90,33% e os farináceos por 81,50%. Os laticínios compunham a alimentação diária de 63,33% dos trabalhadores; 55,17% consumiam verduras e/ou legumes diariamente e 32,67%, frutas. Em contrapartida, 53,00% mencionaram consumo diário de doces e refrigerantes e 38,67% de frituras e salgadinhos. CONCLUSÃO: A alta prevalência de excesso de peso e os aspectos poucos saudáveis das práticas alimentares corroboram a tendência atual de aumento dessa doença, portanto, uma maior atenção a essas questões deve ser dada no tocante à vigilância à saúde dos trabalhadores.OBJECTIVE: To identify the nutritional status and dietary practices of injured workers of

  14. Consumo habitual de alimentos fonte de vitamina A em pré-escolares da zona rural no Norte de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Karoline Soares FARIAS

    2015-10-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliou-se o consumo habitual de alimentos fontes de vitamina A em pré-escolares da zona rural de Montes Claros, Minas Gerais.Métodos: Em estudo do tipo transversal foram pesquisados 337 pré-escolares por meio de entrevista com seus pais. Foram avaliados: a características socioeconômicas da família; b recebimento de suplementação de vitamina A provida pelo governo, c o hábito de consumo de alimentos fontes de vitamina A através de um Questionário de Frequência Alimentar. O hábito de consumo foi classificado entre alto/moderado ou baixo e associado às variáveis socioeconômicas usando-se o modelo de regressão de Poisson para calcular a razão de prevalência e respectivo intervalo de confiança a 95%.Resultados: A maioria das crianças era de famílias de baixa renda. Apenas 51% delas receberam pelo menos 4 doses de suplementação de vitamina A. O hábito de consumo de fontes dessa vitamina inferido pelo Questionário de Frequência Alimentar foi considerado alto/moderado para apenas 75 dos pré-escolares e baixo para 262 deles. O baixo consumo de alimentos fontes de vitamina A foi associado à renda ≤1 salário mínimo (RP=1,178 e consumo habitual de guloseimas (RP=1,256.Conclusão: As crianças avaliadas apresentaram baixo registro de recebimento da suplementação de vitamina A provida pelo governo e baixo consumo de alimentos fonte desse nutriente, sendo este último associado à baixa renda familiar e ao alto consumo de guloseimas.

  15. Prevalência e fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras entre adolescentes de escolas públicas de Caruaru, PE

    OpenAIRE

    Muniz,Ludmila Correa; Zanini,Roberta de Vargas; Schneider,Bruna Celestino; Tassitano, Rafael Miranda; Feitosa,Wallacy Milton do Nascimento; González-Chica,David Alejandro

    2013-01-01

    Trata-se de um estudo transversal de base escolar que avaliou a prevalência e fatores associados ao consumo diário de frutas, legumes e verduras (FLV) entre adolescentes de escolas públicas de Caruaru (PE). Para avaliar os fatores associados ao consumo diário de FLV, realizou-se análise multivariável e hierarquizada, por regressão de Poisson, com variáveis sociodemográficas no primeiro nível, comportamentais no segundo e alimentares no terceiro. Os resultados mostraram que, dos 600 adolescent...

  16. Comer o quê com quem?: Influência social indirecta no comportamento alimentar ambivalente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Toscano Batista

    2013-01-01

    Full Text Available Neste estudo abordamos o comportamento alimentar de pessoas ambivalentes em contextos sociais. Apesar das evidências de que a qualidade dos alimentos pode desempenhar um papel importante, a literatura apenas tem vindo a considerar quem são os outros com quem se partilha a refeição. Os participantes comeram gomos de maçã ou batatas fritas, numa de três condições experimentais: sozinhos, em co-ação com amigos ou em co-ação com desconhecidos. Os resultados apoiam as hipóteses mostrando que os participantes mais ambivalentes são mais sensíveis aos efeitos do contexto. Entre estes, comer com amigos apenas levou apenas a um aumento no consumo batatas fritas; na presença de desconhecidos apenas aumentaram o consumo de maçã. Os resultados são articulados com teoria motivacional da facilitação social.

  17. TRABALHO, CONSUMO E SUBJETIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heraldo Bighetti Gonçalves

    2010-02-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é questionar alguns aspectos que envolvem a Comunicação, o Consumo e a Subjetividade a partir da ação de agente específico: o publicitário. O trabalho publicitário na contemporaneidade e de como são criadas as simbologias que o comunicam para a sociedade guarda suas origens no momento histórico do surgimento da modernidade, quando a publicidade serve-se e serve ao capitalismo. A publicidade inseriu-se com a função de comunicar a existência dos produtos. Porém, o publicitário sente que é uma mercadoria rara, de rápido consumo e prazo de validade curta. O conceito de fetiche da produção pode fazer parte da explicação. O questionamento é se o ato de tornar algo natural, ou o de tornar esse algo um fetiche, seriam as mesmas ações, porém, com conotações ideológicas diferentes. O publicitário seria, então, um sujeito que aparentemente não possui subjetividade própria, pois a recebe pronta ao consumir e se expor às suas experiências de mídia, mas ao mesmo tempo é dele exigido ser autodisciplinado para responder à retórica ideológica na variedade de papéis sociais que vive.

  18. Aspectos psicobiológicos do comportamento alimentar Psychobiological aspects of feeding behavior

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Passos Beinner Cambraia

    2004-06-01

    Full Text Available Esta revisão aborda alguns aspectos psicobiológicos ligados à manifestação do comportamento alimentar, e tem como objetivo evidenciar a relação entre os principais processos neuropsicológicos e a neurociência nutricional. Algumas estruturas neurais estão associadas ao controle alimentar por mecanismos distintos e correlatos que ocorrem no hipotálamo, hipocampo e em outras áreas como no cerebelo, bulbo olfatório, glândulas pituitária e pineal que exercem funções distintas, porém influênciam o comportamento alimentar, intermediadas geralmente por neurotransmissores comuns. Os precursores dos neuroquímicos apresentam funções específicas, sendo a influência na alimentação relevante no contexto comportamental da escolha de alimentos. Os processos sensoriais na alimentação como paladar, olfato, visão e audição interagem entre si e com outras estruturas e vias neurais, participando também do controle do apetite e da saciedade, que culminam na iniciação e no término da alimentação. A interação entre aspectos neurais no processo de consumo de alimento promove a manifestação do comportamento alimentar específico para cada espécie em seu ambiente.This review shows how some psychobiological aspects are related to feeding behavior manifestation, and has as it objective to provide evidence as to the relation between neuropsychological processes and nutritional neuroscience. Several neural structures are associated with alimentary controls, which are distinct but correlated mechanisms; for example: hypothalamus, hypocampus, cerebellum, olfactory bulb, pituitary and pineal glands, all presenting distinct functions, but affecting feeding behavior directly or indirectly through common neurotransmitters. Neurochemical precursors present specific functions and their influence on feeding is evident in behavioral food selection. The sensory processes in feeding, principally taste, olfaction, vision and hearing, interact with

  19. Botulismo de origem alimentar Foodbourne botulism

    OpenAIRE

    Natacha Deboni Cereser; Fernanda Malva Ramos Costa; Oswaldo Durival Rossi Júnior; Décio Adair Rebellatto da Silva; Vitor da Rocha Sperotto

    2008-01-01

    O botulismo alimentar ocorre pela ingestão de toxinas pré-formadas pelo Clostridium botulinum, consideradas as mais potentes dentre as toxinas conhecidas. Caracteriza-se como uma doença de extrema gravidade, de evolução aguda, provoca distúrbios digestivos e neurológicos, em conseqüência à ingestão de diversos tipos de alimentos. As conservas caseiras estão entre os alimentos que oferecem maior risco à população consumidora. Os produtos de origem animal são frequentemente associados aos surto...

  20. Transtornos alimentares na infância e na adolescência Trastornos alimentares en la infancia y adolescencia y factores de riesgo Eating disorders in childhood and adolescence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Abreu Gonçalves

    2013-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Discutir os transtornos alimentares em crianças e adolescentes quanto às suas características e fatores de risco. FONTES DE DADOS: A pesquisa de artigos foi realizada nas bases de dados PubMed e SciELO pela combinação dos termos 'crianças', 'adolescentes', 'comportamento alimentar', 'transtorno alimentar', 'bulimia' e 'anorexia', nos idiomas português e inglês. Foram considerados os artigos publicados entre 2007 e 2011, sendo selecionados 49 que analisaram o desenvolvimento do comportamento alimentar e de seus transtornos, a anorexia e a bulimia nervosa e os transtornos alimentares não especificados. SÍNTESE DOS DADOS: Os transtornos alimentares, em especial os não especificados, mostraram-se comuns na infância e na adolescência. Sua presença foi atribuída principalmente ao ambiente familiar e à exposição aos meios de comunicação. As comorbidades psicológicas muitas vezes acompanhavam o diagnóstico do transtorno. CONCLUSÕES: Dentre os fatores de risco para os transtornos alimentares, destacaram-se a mídia e os ambientes social e familiar. A influência da mídia e do ambiente social foi associada, principalmente, ao culto à magreza. Já no âmbito familiar, o momento das refeições mostrou-se fundamental na determinação do comportamento alimentar e no desenvolvimento de seus transtornos. Os transtornos alimentares se associaram a problemas nutricionais (déficit no crescimento e ganho de peso, à saúde bucal (queilose, erosão dental, periodontites e hipertrofia das glândulas salivares e aos prejuízos sociais.OBJETIVO: Discutir los trastornos alimentares en niños y adolescentes respecto a sus características y factores de riesgo. FUENTES DE DATOS: La investigación de artículos se realizó en las bases de datos PubMed y SciELO por la combinación de los términos "niños", "adolescentes", "comportamiento alimentar", "trastorno alimentar", "bulimia" y "anorexia", en los idiomas portugués e inglés. Se

  1. Contribuições das práticas alimentares e inatividade física para o excesso de peso infantil Feeding practices and physical inactivity contributions to childhood overweight

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Elisa M. Rinaldi

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar estudos que abordam as práticas alimentares atuais e o padrão de atividade física como contribuintes do excesso de peso na infância. FONTES DE DADOS: Ovid Journals, Highwire e SciELO, com seleção de artigos originais e de revisão nos últimos dez anos (1997 a 2007, na língua portuguesa e inglesa. SÍNTESE DE DADOS: O acompanhamento do estado nutricional de crianças permite diagnosticar seu estado de saúde atual, bem como predizer parcialmente seu prognóstico na vida adulta. A prevalência de obesidade infantil, no Brasil, apresenta aumento progressivo em todas as classes sociais e sua freqüência varia entre cinco a 18%, dependendo da região estudada. A associação da transição epidemiológica, demográfica e comportamental e a alteração do hábito alimentar são apontadas como fatores causais do aumento progressivo da obesidade infantil. Práticas alimentares caracterizadas por elevado teor de lipídios, sacarose e sódio e por reduzido consumo de cereais integrais, frutas e hortaliças associadas à inatividade física decorrente do uso de computadores, jogos eletrônicos e televisores influenciam parte considerável de crianças. Este estilo de vida reflete os hábitos familiares e pode ser influenciado pelo ambiente escolar no qual a criança está inserida. CONCLUSÕES: Os dados sugerem influência considerável dos fatores ambientais, principalmente hábitos alimentares e inatividade física, no crescente aumento da prevalência de excesso de peso na população pediátrica.OBJECTIVE: To review the literature in order to show how current feeding and physical activity practices may contribute to childhood overweight. DATA SOURCE: Ovid Journals, Highwire and SciELO, selecting original and review articles from 1997 to 2007, published in English and Portuguese. DATA SYNTHESIS: The periodic assessment of children nutritional status is important to diagnose their current health status and to predict their

  2. Transtornos alimentares na visão de meninas adolescentes de Florianópolis: uma abordagem fenomenológica Eating disorders in the view of teenage girls from Florianópolis, Santa Catarina State: a phenomenological approach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlene Leite Nunes

    2010-03-01

    Full Text Available O presente trabalho objetiva compreender o significado da experiência vivida por adolescentes do sexo feminino com transtorno alimentar (TA, com ênfase nos aspectos relacionados à alimentação, a partir de uma perspectiva fenomenológica. Entrevistamos sete adolescentes com TA, atendidas em hospitais e clínicas de Florianópolis (SC. Na análise das entrevistas, procuramos identificar as unidades de significado, categorizandoas para apreensão da estrutura geral da vivência, extraindo a estrutura do vivido. Foram identificadas nove unidades de significado: o que representa a comida, hábito alimentar, alimentos que deixaram de ser consumidos, alimentos que passaram a ser consumidos, consumo de refrigerantes, escolhas alimentares, composição das refeições, hábito alimentar da família e alimentação saudável. As unidades de significado revelaram, entre outros, o sofrimento das adolescentes, seja por engordar, não se achar magra suficiente, comer demais, não comer, provocar vômito, tomar laxante/diurético, tentar suicídio, ver pais sofrendo, não se sentirem compreendidas. A pesquisa proporcionou contemplar o fenômeno pelo prisma da relação com a comida, confirmando como esta relação está ligada ao emocional. Também mostrou como é viver com TA na visão das adolescentes, procurando enxergar esses transtornos segundo suas óticas e sentimentos.The article aims to understand the meaning of the teenagers' experience of having ED (eating disorders, underscoring the aspects related to eating, from a phenomenological perspective. Seven female teenagers with ED being taken care in Florianópolis, Santa Catarina State, were interviewed. A categorization was made to reach the perception of the general structure of the experience, extracting the structure of the past experience. Nine signification units that assessed the life experience were identified: the representation of the food, eating habits, food that no longer were eaten

  3. Sistema de Suplementação Alimentar para Bovinos de Corte em Pastejo: Validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lana Rogério de Paula

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho a validação do programa de computador do Sistema Viçosa de Formulação de Rações, bem como testar o NRC 1996 de gado de corte, incluindo os níveis 1 (Sistema NRC e 2 (Sistema Cornell, para bovinos de corte em pastejo. Os dados de ganho de peso preditos pelos programas, em função do peso corporal, dos grupos genéticos e da composição e do consumo de suplementos, durante o período da seca, foram comparados com os dados observados. O Sistema NRC, níveis 1 e 2, subestimou o consumo de matéria seca em 12 e 13% e o ganho de peso, em 55 e 86%, respectivamente, de 35 novilhos suplementados em pastagens durante o período da seca. Já o Sistema Viçosa, com menor margem de erro, superestimou o consumo em 5% e subestimou o ganho em 11%. Em um segundo ensaio de validação com um banco de dados de 25 experimentos, 74 tratamentos e 1230 animais, o Sistema Viçosa superestimou o ganho de peso, em função do consumo de energia (NDT, em 44%. Apesar disto, o programa é adequado para ser utilizado nas formulações de suplementos alimentares para bovinos em crescimento em pastagens tropicais, uma vez que o consumo de alimentos e, conseqüentemente, o ganho de peso são altamente variáveis, devido à variação na disponibilidade e composição das pastagens, diversidades climáticas e genéticas dos animais.

  4. Consumo, digestibilidade e balanço de nitrogênio em borregos alimentados com torta de dendê em substituição à silagem de capim-elefante Voluntary intake, apparent digestibility and nitrogen balance in sheep fed with palm kernel cake replacing elephant grass silage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena da Mota Lima Bringel

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o consumo voluntário, a digestibilidade aparente e o balanço de nitrogênio em ovinos alimentados com dietas contendo torta de dendê. A adição da torta de dendê foi avaliada nos níveis 0; 20; 40; 60 e 80% em substituição à silagem de capim-elefante utilizando-se 20 ovinos machos castrados em um delineamento experimental inteiramente casualizado. Em todas as formas como foram expressos, o consumo e a digestibilidade de nutrientes apresentou em geral resposta quadrática aos níveis de torta de dendê utilizados na dieta. A inclusão de torta de dendê nas dietas teve efeito quadrático também sobre o balanço de nitrogênio, que aumentou até o nível de 45% de adição desse subproduto e decresceu, devido ao baixo consumo de proteína bruta nos maiores níveis. A torta de dendê possui características próprias de um alimento volumoso e tem como principal limitação o baixo consumo alimentar, por isso, seu uso na alimentação de ovinos deve ser restrito ao nível máximo de 37,34% da dieta total.This research was conducted to evaluate the voluntary intake, the apparent digestibility and the nitrogen balance in sheep fed with diets containing palm kernel cake. The addition of palm kernel cake was assessed at the 0; 20; 40; 60 and 80% levels replacing the elephant grass silages by utilizing 20 castrated male sheep in a completely randomized design. In all the forms they were expressed, intake and digestibility of nutrients showed quadract effect at the levels of palm kernel pie utilized in the diet. The inclusion of palm kernel pie in the diets had quadract effect also on the nitrogen balance, due to low consumption of crude protein at higher levels. Palm kernel pie presents the characteristics of bulky feed, and its biggest limitation is the low feeding intake, hence, its use at sheep's feeding must be restricted to up to 37.34% of the total diet.

  5. Exigências de lisina, com base no conceito de proteína ideal, para suínos machos castrados dos 96 aos 120kg, selecionados para eficiência de crescimento Lysine requirements, based on ideal protein concept, for barrows with high genetic potential for growth efficiency, from 96 to 120kg

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.L.C. Arouca

    2005-02-01

    Full Text Available Determinaram-se as exigências de lisina para suínos machos castrados utilizando-se 50 animais em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco tratamentos (0,5; 0,6; 0,7; 0,8 e 0,9% de lisina total, cinco repetições e dois animais por baia. Adicionaram-se aminoácidos sintéticos para manter o nível de acordo com o perfil da proteína ideal. Houve efeito quadrático dos tratamentos sobre o ganho de peso diário e conversão alimentar. O modelo linear response plateau ajustou-se melhor aos dados de conversão alimentar. Observou-se aumento linear do consumo de lisina diário, espessura de toucinho na 10ª costela e espessura de toucinho na última costela. Não houve efeito sobre o consumo de ração diário, espessura de toucinho no P1, espessura de toucinho no P2, profundidade de lombo, porcentagem de carne magra, taxa de deposição de carne magra diária, rendimento de carcaça, comprimento de carcaça pelo método brasileiro, comprimento de carcaça pelo método americano e sobre o peso e rendimento dos cortes cárneos. Suínos machos castrados de 96 a 120kg, selecionados para eficiência de crescimento, exigiram 0,61% de lisina total, correspondendo ao consumo de 22,74g/dia.Lysine requirements of hybrid barrows (AG 1050 grandmother’s brothers, using 50 animals in a completely randomized block design with five dietary treatments (.50; .60; .70; .80 and .90% of total lysine, five replicates and two animals per experimental unit were estimated. Crystalline amino acids were added to keep amino acids levels according to the ideal protein profile. Quadratic effects of treatments on average daily gain and on feed conversion were observed. Linear effects of treatments on daily lysine intake, on 10th rib fat depth and on last rib fat depth were observed. No effects of lysine level on daily feed intake, P1 back fat thickness, P2 back fat thickness, loin depth, lean percentage, daily lean gain, carcass yield, carcass length, carcass

  6. Consumo di pesce e salute.

    OpenAIRE

    Moretti, V.M.; Parisi, G.; A. Dal Bosco

    2014-01-01

    E’ oggigiorno universalmente riconosciuto che, in virtù del suo elevato valore nutrizionale, il consumo di pesce assume un ruolo fondamentale nella dieta dell’uomo. Il pesce è infatti un alimento facilmente digeribile, apportatore di proteine ad elevato valore biologico, di minerali, vitamine e soprattutto di acidi grassi polinsaturi, specie della serie omega-3. Al consumo di questi ultimi è attribuita una grande importanza nella prevenzione delle malattie cardiovascolari e di altre numerose ...

  7. O homem sem qualidades: modernidade, consumo e identidade cultural

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Pimenta Veloso Rocha

    2008-09-01

    Full Text Available Este artigo pretende analisar a sociedade de consumo como ruptura com a tradição. Uma sociedade tradicional deixa muito pouca coisa à escolha de seus membros; a modernidade, ao contrário, nos oferece todas as escolhas, mas, libertando o homem das instituições que determinavam seu lugar, impõe ao indivíduo a tarefa de criar a si mesmo. O consumo surge como o lugar por excelência desta construção: é aderindo a determinados estilos de vida comportamentos, valores e hábitos de consumo que o homem moderno constrói uma identidade. Palavras-chave: Consumo; modernidade; sujeito; identidade; estilo de vida. ABSTRACT A traditional society leaves litlle choice to its members, since it’s institutions define a priori their identity. Modernity, on the contrary, offers us every choice but as it releases man from the institutions wich stablished his place, it imposes him the task to create his identity. The act of consuming appears as the locus of such a construction: by adopting certain “life styles attitudes, values and consumption habits modern man creates his identity. Keywords: Consumer society; modernity; subject; identity; life style.

  8. Consumo Adolescente: Construindo a Identidade de Jovens Brasileiras.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrya Verena Silva Rosa de Carvalho

    2017-03-01

    Full Text Available O estudo objetiva compreender a construção da identidade em brasileiras de 12 a 17 anos tomando como pressuposto a influência do consumo sob tal fenômeno. A abordagem teórica retrata aspectos da identidade individual e coletiva e refere-se a cultura de consumo nos preceitos da Consumer Culture Theory – CCT, como disposta por Arnould & Thompson (2005, dentre outros estudos.  Com método qualitativo, a pesquisa utilizou-se da ferramenta Grupos de Foco em uma amostra de 33 informantes de classes sociais variadas, regionalizadas em 13 estados brasileiros e dentro da faixa etária determinada. O estudo identificou particularidades de consumo deste público, segmentando os resultados em três dimensões: Psicossocial, Comportamental e Cultural. Os principais influenciadores encontrados a partir dos depoimentos das informantes foram divididos em: Classe Social, Família, Grupos de Pares, Mídia e Instituições de Ensino como aspectos relevantes da cultura de consumo das adolescentes e consequentemente na construção de sua identidade.

  9. Consumo de masas

    OpenAIRE

    del Val, Alfonso

    2014-01-01

    La ciudad en todas sus modalidades históricas, desde la gran Roma, la Córdoba del califato y el burgo medieval a la urbe actual, nos ha ofrecido un privilegiado espacio para el fomento y desarrollo de las relaciones y los intercambios sociales, así como de la creatividad individual y colectiva. La ciudad puede calificarse como el mayor y mejor invento que la Humanidad ha construido para su propio beneficio.

  10. CONSUMO DE LEITE DE VACA E DERIVADOS ENTRE AGRICULTORES DA REGIÃO OESTE DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Heloísa TOMBINI

    2012-04-01

    Full Text Available O leite é a principal fonte de cálcio na alimentação humana, cuja importância está relacionada às suas funções no organismo humano, pois contribui para a formação do tecido ósseo, promove o crescimento, regula o sistema nervoso e aumenta a resistência a infecções. Seus principais nutrientes são: proteínas de alta qualidade, gorduras, carboidratos, além de ser rico em vitaminas e minerais. O objetivo deste estudo foi identificar o consumo de leite de vaca e derivados na população rural residente na região oeste do Paraná. O estudo transversal descritivo foi realizado durante o 20º Show Rural Coopavel, no ano de 2009, em Cascavel, Paraná, com agricultores moradores das áreas urbana e rural dessa região. Para verificar os hábitos alimentares foi aplicado o teste “Como está a sua Alimentação?” validado pelo Ministério da Saúde, cuja classificação segue as porções diárias de leite e derivados recomendadas pela pirâmide alimentar para a população adulta. Dos 372 agricultores que participaram do teste, 193 responderam sobre o consumo de leite, e destes, 160 afirmaram consumir leite e derivados, dos quais 82,5% apresentaram consumo maior ou igual à recomendação e 17,5% apresentaram consumo menor que a recomendação. Em relação à adequação de consumo, 82,7% das mulheres e 82,2% dos homens consomem leite e derivados dentro das recomendações estabelecidas pela pirâmide alimentar, assim como 81,6% dos adultos e 89,5% dos idosos. Segundo as classes econômicas, o consumo adequado de leite e derivados foi verificado em 85,7% na classe A, 90,2% na classe B, 77,5% na classe C e 83,3% na classe D+E, não havendo diferença significativa entre estas variáveis. O tipo de leite mais consumido pelos agricultores foi o leite integral (86,1% e apenas 13,9% relataram ingerir leite desnatado. De acordo com o local de domicílio 20% residia na zona urbana e 80% no meio rural, sendo que dos residentes na cidade, 90

  11. Custos dos fluxos de marketing: casos de empresas utilizando uma ferramenta de análise da captura de valor nos canais de distribuição.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Fava Neves

    2007-09-01

    Full Text Available Canais de distribuição são conjuntos de organizações interdependentes envolvidas no processo de disponibilizar um produto ou serviço para uso ou consumo, onde desempenham fluxos de marketing como armazenagem, promoção, serviço, negociação, financiamento, risco, informação, pedido e pagamento. Os participantes do canal, produtores, intermediários e consumidores, arcam com custos ao desempenhar esses fluxos. O objetivo deste artigo é demonstrar a utilização de uma ferramenta de análise da captura de valor nos canais de distribuição, com base nos fluxos de marketing. Tal ferramenta foi desenvolvida com base em levantamento bibliográfico e estudo de alguns modelos, teorias e sistemas que consideram a execução dos fluxos de marketing e agregação de valor, fator determinante do nível de serviços do canal. Essa ferramenta contempla as seguintes etapas: 1. ponderação e pontuação dos fluxos de marketing para o canal e a divisão das atividades entre os membros do canal; 2. levantamento de informações de custos e margens brutas dos membros de canal, para comparação da participação real nos lucros do canal com a participação normativa; e 3. análise dos resultados e das implicações para gestão e planejamento dos canais de distribuição. Realizaram-se os estudos de caso em duas empresas, uma no segmento alimentação animal e outra no mercado de bens de consumo alimentares, com foco nos canais estruturados para atendimento a varejistas. Verificaram-se algumas vantagens e limitações da ferramenta de análise. Desse modo, apresenta-se como resultado um sistema de análise e avaliação de canais que pode ser utilizado por qualquer empresa que utiliza canais convencionais de distribuição, levando-se em consideração a necessidade de ajuste ou adaptação às especificidades da empresa ou do setor.

  12. Avaliação nutricional de dietas de trabalhadores em relação a proteínas, lipideos, carboidratos, fibras alimentares e vitaminas

    OpenAIRE

    2014-01-01

    Estudos sobre composição de alimentos largamente consumidos pela população são fundamentais para estabelecer se uma determinada dieta é adequada em relação aos nutrientes essenciais. No presente trabalho, são apresentados resultados de análises de nutrientes realizadas em dietas representativas do consumo alimentar de trabalhadores de indústria de autopeças da cidade de São Paulo (homens de 19 a 56 anos), coletadas a partir da porção em duplicata de todos os alimentos e bebidas consumidos dur...

  13. Associação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorene G. Coelho

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a relação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 661 escolares de 6-14 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e privadas da área urbana da cidade. Um questionário semiestruturado foi aplicado para coleta das variáveis demográficas, socioeconômicas, antropométricas e nível de atividade física. Os escolares foram classificados segundo critérios para índice de massa corporal por idade, percentual de gordura corporal e nível de atividade física, respectivamente. Os dados dietéticos foram obtidos por meio de questionário de frequência alimentar validado e específico para crianças e adolescentes, a partir do qual o consumo alimentar foi avaliado segundo o Recommended Foods Score adaptado, cuja finalidade é a avaliação da qualidade global da dieta com enfoque no consumo de alimentos saudáveis. RESULTADOS: Elevadas frequências de excesso de peso segundo índice de massa corporal por idade (20,1% e percentual de gordura corporal (22,8%, bem como inatividade física (80,3%, foram observadas entre os escolares. Baixas pontuações no escore de consumo foram encontradas para 77,2% dos escolares. Não foi observada associação significativa entre o excesso de peso e inatividade física ou consumo alimentar (p > 0,05. CONCLUSÃO: Os escolares apresentaram elevada frequência de excesso de peso, que de forma isolada não foi associada a alta inatividade física e baixa qualidade da dieta. Assim, mais estudos devem ser realizados para identificar outros fatores além dos descritos que possam estar influenciando a presença do excesso de peso nessa população.

  14. Avaliação da segurança alimentar das toxinas Cry1Ia12 e Cry8Ha1 em mamíferos

    OpenAIRE

    Guimarães, Luciane Mourão

    2010-01-01

    Com a aprovação do plantio de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) no Brasil, e com a Lei de Biossegurança/2005, é importante que sejam ampliados e efetivados os estudos toxicológicos de proteínas que são expressas em cultivares transgênicas de interesse econômico, a fim de garantir a sua segurança alimentar para o consumo humano e animal. Os genes cry, denominados cry1Ia12 e cry8Ha1, isolados pelo nosso grupo de pesquisa, a partir de uma estirpe de Bacillus thuringiensis, estão sendo i...

  15. Avaliação da segurança alimentar das toxinas Cry1Ia12 e Cry8Ha1 em mamíferos

    OpenAIRE

    Guimarães, Luciane Mourão

    2010-01-01

    Com a aprovação do plantio de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) no Brasil, e com a Lei de Biossegurança/2005, é importante que sejam ampliados e efetivados os estudos toxicológicos de proteínas que são expressas em cultivares transgênicas de interesse econômico, a fim de garantir a sua segurança alimentar para o consumo humano e animal. Os genes cry, denominados cry1Ia12 e cry8Ha1, isolados pelo nosso grupo de pesquisa, a partir de uma estirpe de Bacillus thuringiensis, estão sendo i...

  16. Consumo, acesso e sociabilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nestor García Canclini

    2010-01-01

    Full Text Available Este artigo é uma adaptação, feita pelo autor, da palestra de abertura que iria realizar no 3º Encontro ESPM de Comunicação e Marketing – participação impossibilitada pela epidemia globalizada.   Entendendo o consumo como um cenário de disputas entre as determinações da esfera da produção e os diferentes modos de apropriação social dos bens e serviços, o autor argumenta que as transformações na produção cultural e no acesso à cultura trazidas pela industrialização, globalização e digitalização, se mostram mais claramente no comportamento dos jovens. Tomando como laboratório a Cidade do México durante o período mais agudo de quarentena, Canclini reflete sobre o papel da escola diante dos meios de comunicação, as políticas públicas de inclusão digital e a importância da sociabilidade em nossas vidas.

  17. Níveis de fósforo disponível em dietas para suínos dos 15 aos 30kg

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.M. Viana

    2013-02-01

    Full Text Available Avaliou-se a suplementação de dietas com fósforo disponível (Pd para suínos selecionados para deposição de carne, utilizando-se 100 leitões com média de peso inicial de 15,03±0,33kg, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos, cinco repetições e quatro animais por unidade experimental. Os tratamentos foram dieta basal sem suplementação de fosfato bicálcico e outras quatro dietas obtidas pela suplementação da dieta basal com fosfato bicálcico, resultando em cinco concentrações de Pd, 0,106; 0,221; 0,310; 0,406; e 0,493%. As porcentagens de Pd influenciaram o consumo diário de ração, que aumentou de forma linear. O ganho de peso diário aumentou e a conversão alimentar melhorou de forma quadrática até a suplementação máxima de 0,450 e 0,390% de Pd, respectivamente. Não houve efeito da suplementação das dietas sobre a resistência óssea. As porcentagens de Pd influenciaram de forma quadrática os teores de cálcio e de fósforo nos ossos, que aumentaram até a adição máxima de 0,388 e 0,369% de Pd, respectivamente. Não houve efeito da porcentagem de Pd sobre o teor de cinza óssea. Suínos dos 15 aos 30kg exigem maior concentração de Pd para máximo ganho de peso (0,450% ou 5,33g/dia e melhor conversão alimentar (0,390% ou 4,52g/dia em relação às recomendações atuais.

  18. Segurança alimentar em produtos tradicionais Food safety in traditional products

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. E. Potes

    2007-01-01

    Full Text Available Devido à crescente preocupação por parte da sociedade em consumir alimentos que estejam em boas condições e que, pelo menos, não prejudiquem a sua saúde, diversas entidades se têm empenhado em garantir que os alimentos que chegam aos consumidores sejam salubres e inócuos. É este o principal objectivo da Segurança Alimentar, tema analisado no Livro Branco da Segurança dos Alimentos (2000. Este documento propôs a criação, na Europa, da Autoridade Alimentar Europeia e estabeleceu uma metodologia baseada em quatro princípios fundamentais: a caracterização de toda a cadeia alimentar; a rastreabilidade dos alimentos para consumo humano e animal; a responsabilização dos diferentes intervenientes na referida cadeia; e a análise dos riscos. A estes fundamentos acrescentaram-se ainda o princípio da precaução e os sistemas de alerta rápido. A análise dos riscos, base de toda a política de segurança dos alimentos, é constituída por três componentes interligadas, mas exercidas por entidades diferentes: a avaliação dos riscos, a gestão dos riscos e a comunicação dos riscos. Assim, a Autoridade Alimentar Europeia, designada por European Food Safety Agency (EFSA, é responsável pela avaliação dos riscos e pela comunicação dos riscos, actividades exercidas sob os requisitos da independência, excelência e transparência. A gestão dos riscos é da responsabilidade da Comissão Europeia, que deve assegurar que a legislação produzida com base nas informações obtidas pela avaliação dos riscos, seja transposta e aplicada correctamente pelos diferentes Estados Membros. Respeitando os princípios fundamentais enunciados anteriormente foi decidido criar um conjunto coerente e transparente de regras, vulgarmente conhecido por “Pacote Higiene”, que entrou em vigor em 1 de Janeiro de 2006. Esta legislação tem por objectivo condensar, harmonizar e simplificar a aplicação de todos os requisitos de higiene espalhados

  19. Consumo de nutrientes em adultos e idosos em estudo de base populacional: Projeto Bambuí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    Full Text Available Inquérito alimentar populacional em amostra aleatória de 550 indivíduos > ou = 18 anos, realizado em Bambuí, Minas Gerais, Brasil, utilizando o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar e recordatório 24 horas calibrados pela técnica de regressão linear. A análise constou de comparação de médias, teste de qui-quadrado e razão de adequação do nutriente (RAN-adequada: 90,0-110,0%. Foi baixo o percentual da população que apresentou RAN de acordo com o recomendado para consumo de carboidratos (2,4%, proteínas (17,6%, vitaminas (0,0-5,1% e minerais (0-21,1%. Diferenças de acordo com sexo e idade foram encontradas: 90,2% e 91,8% de mulheres apresentaram baixo consumo de ferro e vitamina B6, respectivamente. Ao contrário, 87,7% dos homens relataram consumo excessivo de ferro, 80,3% de fósforo e 11,9% de colesterol. Quanto à idade, 64,3% de idosos (> 60 anos relataram baixa ingestão protéica e 39,3% apresentavam inadequação das frações lipídicas; sendo que 35,7% informaram consumo excessivo de ácidos graxos saturados. Dos adultos (18-59 anos, 67,8% relataram excessivo consumo protéico e 53,4% ingestão insuficiente de ferro. Alto e inadequado consumo de lipídios e baixa ingestão de fibras, vitaminas e minerais, constituem problema importante de saúde pública por possivelmente contribuir para o aumento das doenças crônicas não transmissíveis.

  20. Consumo de cafeína entre gestantes e a prevalência do baixo peso ao nascer e da prematuridade: uma revisão sistemática Caffeine consumption during pregnancy and prevalence of low birth weight and prematurity: a systematic review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Helena de Resende Nóra Pacheco

    2007-12-01

    Full Text Available Realizou-se revisão sistemática sobre o consumo de cafeína em gestantes na ocorrência de baixo peso ao nascer e prematuridade, enfocando métodos para quantificação deste consumo e confundimentos controlados na análise. A revisão consistiu na busca de artigos publicados de 1996 a 2006 nas bases MEDLINE, LILACS e PubMed, utilizando-se as palavras-chave: "caffeine", "coffee", "low birth weight", "birth weight", "preterm", "premature" e "prematurity". Dez artigos foram selecionados. Os métodos utilizados para quantificar o consumo de cafeína foram: questionário de freqüência alimentar semiquantitativo - da dieta ou apenas de produtos cafeinados, sendo um do tipo auto-aplicado; recordatório alimentar; perguntas sobre tipo e modo de preparo; análise de amostras; e dosagens urinária e plasmática. Em três estudos revisados, o consumo elevado de cafeína associou-se com baixo peso ao nascer e/ou prematuridade. Contradições nos achados devem-se a dificuldades na mensuração do consumo de cafeína; às fontes abordadas; a variações no preparo e na quantidade consumida; e ao tamanho amostral. Não foi demonstrada associação entre ingestão moderada de cafeína e crescimento fetal, sendo necessária uma avaliação mais precisa do consumo dessa substância.This article reports on a systematic review of studies on caffeine intake during pregnancy and prevalence of low birth weight and prematurity, focusing on methods to quantify intake and control for confounding. The review consisted of an article search from 1996 to 2006 in MEDLINE, LILACS, and PubMed, using the key words: "caffeine", "coffee", "low birth weight", "birth weight", "preterm", "premature", and "prematurity". Ten articles were selected. Methods used to quantify caffeine consumption were: semi-quantitative food frequency questionnaires for diet or only caffeinated products, including one self-applied questionnaire; food recall; questions on type and method of

  1. Epidemiologia dos transtornos alimentares: estado atual e desenvolvimentos futuros

    OpenAIRE

    Hay Phillipa J

    2002-01-01

    Os objetivos do presente trabalho foram: fornecer uma avaliação do progresso da epidemiologia na área de transtornos alimentares, desde estudos sobre incidência e prevalência até os estudos comunitários prospectivos, bem como estudos caso-controle; sintetizar o atual estado da incidência e prevalência dos transtornos alimentares; discutir os estudos epidemiológicos analíticos sobre os transtornos alimentares, enfocando estudos comunitários sobre fatores de risco e nosologia; e apontar as área...

  2. Alergia Alimentar na Restauração

    OpenAIRE

    Pádua, Inês; Barros, Renata; Moreira, Pedro; Moreira, André; Graça,Pedro; Carrelhas, Helena

    2016-01-01

    O Manual de Alergia Alimentar para a Restauração foi criado com o objetivo de informar, educar e ajudar os setores da restauração, hotelaria e turismo a lidar com a alergia alimentar e com as novas disposições previstas no regulamento 1169/2011 da União Europeia. O presente manual inclui assim componentes educacionais e práticas na abordagem à alergia alimentar na restauração, não tendo caráter vinculativo ou legal, nem substituindo a abordagem médica ou nutricional no diagnóstico e tratament...

  3. Feed efficiency of Nellore cattle selected for postweaning weight Eficiência alimentar em bovinos Nelore selecionados para peso pós-desmame

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Michel de Castilhos

    2010-11-01

    Full Text Available Two Nellore herds were compared, one selected for greater postweaning weight and the other, control, selected for average postweaning weight, to evaluate the effects of 29 years of selection on feed efficiency. Sixty Nellore males (41 selected and 19 control averaging 205 kg and 267 days of age were evaluated in individual pens during performance test. Performance and dry matter intake were used to determine the following feed efficiency traits: feed conversion; residual feed intake; residual gain; partial growth efficiency; relative growth rate and Kleiber ratio. After the 112-day experimental period, control animals showed lower body weight when compared to selected animals, however, they did not differ for dry matter intake (% of body weight, rib-eye area and fat thickness at the 12th rib subcutaneous region and on the rump region. Dry matter intake (kg/day and average daily weight gain from selected animals were, respectively, 19.4% and 26.4% higher than the control ones. The highest average daily weight gain by selected animals promoted significant improvement, around 6%, on feed conversion; 70 g/day on residual gain; and 17% on Kleiber rate. The other feed efficiency traits (residual feed intake, partial growth efficiency and relative growth rate did not differ between herds. The 29-year selection for post-weaning weight did not affect feed efficiency of Nellore cattle.Foram comparados dois rebanhos Nelore, um selecionado para maior peso pós-desmame e outro controle, selecionado para a média de peso pós-desmame, para avaliar os efeitos de 29 anos de seleção sobre a eficiência alimentar. Sessenta machos Nelore com 205 kg e 267 dias de idade (41 selecionados e 19 controle, foram avaliados em baias individuais durante a prova de ganho de peso. O desempenho e o consumo de matéria seca foram utilizados para determinar as seguintes medidas de eficiência: conversão alimentar; consumo alimentar residual; ganho residual; efici

  4. COMPOSIÇÃO CORPORAL, NO 1º ESTRO, DE RATAS SUBMETIDAS A DIFERENTES GRAUS DE RESTRIÇÃO ALIMENTAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leda Ulson Mattos

    Full Text Available As autoras estudaram a composição corporal em proteína, água e gordura, em 2 grupos de ratas com restrição alimentar, que recebiam, respectivamente, 6g dia e 4g dia de uma dieta com 20% de proteína de caseína. Como percentagem de peso corporal houve aumento do teor de proteína e diminuição de água e de gordura nos grupos com restrição alimentar, em relação ao grupo controle. Na época do 19 estro a média ponderai não diferia, significativamente, nos 3 grupos.

  5. Avaliação da ingestão de nutrientes de crianças de uma creche filantrópica: aplicação do Consumo Dietético de Referência Assessment of nutrients intake of children in a charity daycare center: application of Dietary Reference Intake

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseane Moreira Sampaio Barbosa

    2007-04-01

    Full Text Available OBJETIVOS: comparar a adequação aparente da ingestão dos nutrientes utilizando os valores de referência "Consumo Dietético de Referência" (Dietary Reference Intake-DRIs de 35 crianças de uma creche filantrópica, em dois momentos, no ato da matrícula (momento 1 e após seis meses de freqüência na creche (momento 2. MÉTODOS: A avaliação sócio-demográfica foi realizada através de questionário abordando renda, escolaridade, condições de moradia e saneamento básico. Para avaliação do consumo alimentar, no ato da matrícula, a história dietética foi determinada em entrevista com o responsável, com o propósito de obter informações sobre consumo habitual da criança na sua residência. Após o período de seis meses foi utilizado o método de pesagem direta de alimentos (na creche complementando com o consumo alimentar da criança na residência. A análise dos nutrientes como proteínas, ferro, cálcio e vitamina C, além das fibras alimentares, foi realizada através um programa computacional. Para comparar a adequação dos nutrientes nos dois momentos do estudo utilizou-se o teste t de Student para dados pareados (p OBJECTIVES: to compare nutrients intake apparent adequacy through reference values of Dietary Reference Intake (DRIs of 35 children of a charity daycare center in two instances, when they enrolled (instance 1 and six months after (instance 2. METHODS: socio-demographic assessment was performed through a questionnaire collecting information pertaining to income, school level, living conditions and basic sanitation. To assess food consumption at enrollment, dietary history was informed through an interview with the parent, family member or guardian on the usual intake of the child at home. Following a six month period the weighed food record method (in the daycare center was performed complemented by the food intake of the child at home. Nutrient analysis such as proteins, iron, calcium and vitamin C in

  6. Meta-análise do uso de ácido linoleico conjugado na alimentação de suínos Meta-analysis of conjugated linoleic acid use in pigs feeding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Andretta

    2009-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi realizar uma meta-análise da associação do ácido linoleico conjugado (CLA com o desempenho e a qualidade de carcaça e de carne em suínos (Sus scrofa domesticus. A base de dados utilizada contemplou 15 artigos publicados entre 1999 e 2006, e totalizou 216 dietas e 5.223 animais. A meta-análise foi realizada por meio de análises gráficas (para observar coerência biológica dos dados, de correlação (para identificar variáveis correlacionadas e de variância-covariância. O modelo da análise de variância incluiu apenas as variáveis de carne e carcaça mais correlacionadas com o consumo de CLA pelos animais, além das codificações para os efeitos inter e intra-experimentos. A inclusão do ácido linoleico apresentou correlação negativa com a eficiência alimentar e positiva com o consumo de ração e o ganho de peso dos animais. Não houve alteração do consumo de ração, do ganho de peso e da eficiência alimentar dos suínos. O ácido linoleico conjugado aumentou em 9% o conteúdo de carne magra na carcaça, e seu consumo variou a espessura média de toucinho. O ácido linoleico conjugado aumenta o conteúdo de carne magra e reduz a espessura de toucinho na carcaça, sem influenciar o desempenho e a qualidade da carne em suínos.This work aimed at meta-analyzing the association of conjugated linoleic acid (CLA with the performance and the carcass and meat quality in pigs (Sus scrofa domesticus. The database used assembled 15 scientific papers, published from 1999 to 2006, comprising 216 diets and 5,223 animals. Meta-analysis was carried out by graphical examination (to observe biological coherency, correlation (to identify correlated variables and variance-covariance analysis of the data. The analysis of variance included only meat and carcass variables with stronger correlation to CLA consumption by the animals, and encodings to inter and intra-experimental effects. The inclusion of CLA in diets

  7. Níveis de fitase sobre o desempenho, parâmetros ósseos e bioquímicos de suínos alimentados com ração de origem vegetal sem inclusão de fosfato bicálcico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Gabriel Pereira Magnago

    2015-07-01

    Full Text Available Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar os níveis de fitase em rações para suínos em crescimento selecionados para deposição de carne. Foram utilizados 64 suínos mestiços (32 machos castrados e 32 fêmeas, híbridos comerciais, com peso médio inicial de 23,311±2,254 kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, com quatro tratamentos, oito repetições e dois animais (um macho e uma fêmea por unidade experimental. Os tratamentos foram constituídos por uma ração controle de origem vegetal, sem inclusão de fosfato bicálcico e fitase, contendo 0,100% de fósforo disponível; e de outras três rações obtidas pela inclusão de 300, 600 e 1200 unidades de fitase (UFT kg-1 à ração controle. Os níveis de fitase influenciaram de forma linear o ganho de peso diário e consumo de ração, aumentando até o nível de 293 e 307 UFT kg-1 de ração, respectivamente, a partir do qual permaneceram em um platô. A conversão alimentar diminuiu até 255 UFT kg-1 de ração, a qual permaneceu em um platô. Os níveis de fitase não influenciaram os teores de cinzas e fósforo no metacarpo dos animais. Houve efeito linear decrescente dos tratamentos sobre o resultado bioquímico de fosfatase alcalina. Os melhores resultados de ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar foram obtidos, respectivamente, com os níveis de 293, 307 e 255 UFT kg-1 de ração, em suínos de alto potencial genético para deposição de carne na fase dos 55 aos 90 dias de idade.

  8. Efeito da restrição alimentar sobre o desempenho produtivo e a qualidade da carcaça de frangos de corte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Albanez João Ricardo

    2000-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar os desempenho de frangos de corte submetidos a diferentes programas de restrição alimentar, foi conduzido um experimento em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (6 x 2, com seis programas de alimentação, dois sexos, quatro repetições e 15 aves por repetição. Os programas de restrição avaliados foram: Res-0 (ad libitum, Res-1 (7º dia de idade, Res-2 (7 e 14 dias, Res-3 (7, 14 e 21 dias, Res-4 (7, 14, 21 e 28 dias e Res-5 (7, 14, 21, 28 e 35 dias. Cada restrição consistiu de jejum de 24 horas. Aos 42 dias de idade, o peso corporal dos frangos submetidos aos programas de restrição alimentar Res-0, 1, 2 e 3 não apresentaram diferenças estatísticas significativas. Entretanto, as aves submetidas aos programas Res-4 e 5 apresentaram peso corporal significativamente menores que as aves que receberam os programas Res-0, 1 e 2. Não foram observadas diferenças significativas, para consumo de ração e conversão alimentar aos 42 dias. No entanto, a conversão alimentar no período de realimentação (21 a 42 e 28 a 42 dias, foi melhor para as aves submetidas aos programas de restrição alimentar . Os rendimentos de carcaça e cortes nobres dos frangos de corte não apresentaram diferenças significativas entre si. O teor de proteína bruta das carcaças foi influenciado negativamente pelo programa de maior intensidade de restrição alimentar (Res-5 e os teores de gordura não foram influenciados. Pode-se concluir que o desempenho produtivo dos frangos foi influenciado negativamente pela maior intensidade da restrição alimentar.

  9. Intervenção nutricional educativa como ferramenta eficaz para mudança de hábitos alimentares e peso corporal entre praticantes de atividade física Educational nutritional intervention as an effective tool for changing eating habits and body weight among those who practice physical activities

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pryscila Dryelle Sousa Teixeira

    2013-02-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a eficácia de dois métodos de intervenção nutricional educativa entre mulheres praticantes de atividade física regular visando à adoção de práticas alimentares saudáveis. A população foi constituída de 52 mulheres de 19 a 59 anos, frequentadoras do Programa Academia da Cidade (Aracaju, SE. O estudo teve delineamento de comparação de dois grupos de intervenção e foi do tipo pré-teste/pós-teste. As ações educativas foram baseadas em dois protocolos, uma com ação menos intensiva (Grupo P1 e outra mais intensiva (Grupo P2, num período de dois meses. As variáveis analisadas foram as de conhecimento nutricional, medidas antropométricas e mudanças nos hábitos alimentares. As modificações identificadas foram melhora nos hábitos alimentares e redução do peso e Índice de Massa Corpórea para o Grupo P2. As modificações citadas referiram-se, principalmente, ao aumento do consumo de frutas, verduras e legumes, redução de gordura das preparações, redução do volume do alimento ingerido por refeição e aumento do fracionamento da dieta. Em relação aos conhecimentos em nutrição apenas 2 das 12 perguntas apresentaram aumento significativo da nota. A intervenção nutricional mais intensiva mostrou-se eficaz para mudanças de hábitos alimentares com repercussão na perda de peso corporal.The scope of this study was to evaluate the effectiveness of two methods of educational nutritional intervention together with women who practice regular physical activities by fostering the adoption of healthy eating habits. The study population consisted of 52 women aged between 19 and 59 who frequented the Academia da Cidade Program in Aracaju in the State of Sergipe. The study was a randomized comparison of two intervention groups and was of the pre-test/post-test variety. The educational activities were based on two protocols - one less intensive (P1 Group and one more intensive (P2 Group - over a

  10. Avaliação da lista de alimentos e porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar em população adulta Assessment of the food list and serving size of a Food Frequency Questionnaire in an adult population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Yuki Tomita

    2002-12-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a adequação da lista de alimentos e das porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA, entre os participantes de um estudo de casos e controles na cidade de São Paulo, Brasil. O QQFA foi aplicado juntamente com um inquérito recordatório de consumo alimentar de 24 horas (IR24, em amostra aleatória de 200 indivíduos (101 homens, 99 mulheres; idade entre 35 e 69 anos. O tamanho das porções alimentares do QQFA foi classificado em pequeno (P, médio (M e grande (G de acordo com distribuição porcentual dos pesos correspondentes às medidas caseiras referidas no IR24 (percentis 25, 50 e 75, respectivamente. A lista de alimentos do QQFA foi analisada segundo a contribuição porcentual de cada item alimentar em relação ao consumo total de nutrientes estimado pelo IR24. Não houve diferença estatisticamente significante entre as médias de consumo estimadas pelo QQFA e pelo IR24 para gordura total, ácidos graxos saturados, colesterol, fibra total, vitamina B6 e folato (teste t pareado; pThis study examined both the food list and portion size values from a Food Frequency Questionnaire (FFQ among participants in a case-control study in São Paulo, Brazil. Two hundred adult respondents to a case-control study were randomly selected (101 men and 99 women; age range: 35-69 years. FFQ food items were examined on the basis of their contribution to total population nutrient intake estimated by 24-hour dietary recall (1-DR. We examined the frequency distribution of equivalent-gram weights of each selected food from the 1-DR and identified the portion sizes as small, medium, and large in the distribution (percentiles 25, 50, and 75, respectively. The FFQ provided close estimation of total fat, saturated fatty acids, cholesterol, total fiber, vitamin B6, and folic acid compared to the 1-DR (paired t-test; p < 0.05. The FFQ food list covered the study population's main dietary nutrient

  11. EFEITO DO CONSUMO DO QUEIJO MOZZARELLA DE LEITE DE BÚFALA NO PERFIL NUTRICIONAL E SÉRICO DE RATOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Regina VERRUMA-BERNARDI

    2010-03-01

    Full Text Available

    Este trabalho teve como objetivos comparar o efeito do consumo do queijo Mozzarella elaborado com leite de búfala e de vaca por métodos de avaliação bioquímica e biológica. Foram utilizados 40 ratos machos divididos em quatro grupos: grupo Controle (GC, com ração à base de caseína; Grupo Queijo de Búfala (GQB com ração à base de queijo Mozzarella de leite de búfala, Grupo Queijo de Vaca (GQV, com ração à base de queijo Mozzarella de leite de vaca e o Grupo Aprotéico (GA. Todos os grupos receberam água e ração ad libitum. Aplicou-se a análise de variância One Way (p≤0,05, e o teste de médias de Scheffe. Os valores da Retenção Protéica Líquida (NPR do GQB foi semelhante ao do GC e menor que GBV. O coeficiente de eficácia protéica (PER e o Coeficiente de Eficácia Alimentar (CEA não apresentaram diferenças para GQB, GQV e GC. Os resultados mostraram que o queijo Mozzarella de leite de búfala foi capaz de promover o crescimento e desenvolvimento dos animais, alcançando resultados comparáveis à caseína. Não houve diferenças nos testes bioquímicos (hematócrito; hemoglobina, proteína total e albumina. Porém, os valores de colesterol sérico do GQB foram menores que o GQV, e semelhantes aos do GC, que recebeu óleo de soja como fonte de lipídeos.

  12. DESENVOLVIMENTO DE EXTRATO DE PIMENTA-BIQUINHO COMO FORMA DE CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA RESUMO – O consumo de pimenta-biquinho Capsicum chinense tem aumentado nos últimos anos na forma in natura ou na forma processada. Entretanto, um dos grandes entraves n

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Bittencourt

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO – O consumo de pimenta-biquinho Capsicum chinense tem aumentado nos últimos anos na forma in natura ou na forma processada. Entretanto, um dos grandes entraves na sua cadeia produtiva é a ocorrência de perdas consideráveis dos frutos após a colheita, o que indica a necessidade do desenvolvimento de alternativas para a sua conservação pós-colheita. Desta forma, objetivou-se desenvolver extrato de pimenta-biquinho como forma de conservação da hortaliça e disponibilizar matéria-prima para a elaboração de produtos derivados, com alto valor agregado, principalmente em períodos de entressafra. Para o preparo do extrato, as pimentas foram lavadas, sanitizadas, branqueadas (80oC/3min, trituradas e concentradas até 12oBrix. Avaliou-se o rendimento, extrato seco, umidade, pH, acidez  titulável, oBrix, cor (L*, a*, b*, índices chroma e hue, teor de vitamina C e carotenoides, contagem de fungos filamentosos e leveduras, mesófilos aeróbios, bactérias láticas, coliformes totais e termotolerantes e pesquisa de Salmonella sp., durante 90 dias de armazenamento.  Não houve variação de umidade, extrato seco, oBrix e  acidez  mas, observou-se  variação do pH. Os valores de L* indicaram baixa luminosidade e os valores de a* e b* indicaram a tendência do extrato para coloração vermelha e amarela. A concentração de vitamina C e de carotenoides foi considerável e, estável. A contagem de fungos filamentosos e leveduras variou de 2,0 a 4,1 Log UFC/g e de mesófilos aeróbios de <1,0 a 4,3 Log UFC/g. Por outro lado, a contagem de bactérias láticas foi <1,0 Log UFC/g, de coliformes totais e coliformes termotolerantes foi < 3 NMP/g e constatou-se ausência de Salmonella sp. em 25 g do extrato. O extrato de pimenta-biquinho é uma excelente alternativa para o processamento da hortaliça em períodos de entressafra e para prevenção de perda de matéria-prima pela agroindústria e em outras indústrias que

  13. Tratamento farmacológico dos transtornos alimentares Pharmacological treatment of eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jose C Appolinario

    2002-12-01

    Full Text Available O tratamento dos transtornos alimentares (TA geralmente exige uma abordagem multidisciplinar em que a farmacoterapia é adjuvante de abordagens psicológicas e nutricionais. Psicotrópicos são indicados para a maioria dos pacientes com TA para tratar as comorbidades e também os sintomas chamados nucleares. Progressos importantes estão ocorrendo nos últimos anos. Este artigo apresenta uma revisão das evidências atuais e perspectivas futuras para o tratamento farmacológico da anorexia nervosa, bulimia nervosa e do transtorno da compulsão alimentar periódica.The treatment of eating disorders (ED usually involves a multidisciplinary approach and pharmacotherapy is adjunctive to psychological and nutritional interventions. Psychotropic agents are prescribed for most patients with ED to treat both the comorbid conditions and ED core symptoms. Important progresses have occurred in the last years. We present an overview of the current evidences and future directions in the pharmacological treatment of anorexia nervosa, bulimia nervosa and binge eating disorder.

  14. Análise produtiva e econômica de suínos criados nos sistemas wean-to-finish e convencional de produção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. Consoni

    2015-08-01

    Full Text Available O modelo de produção de suínos denominado Wean-to-Finish (WF é considerado uma alternativa que busca alcançar melhor desempenho produtivo, redução de estresse aos animais e melhorias na logística. Nesse sistema, os leitões são desmamados e transferidos diretamente a um galpão WF (creche-crescimento-terminação, onde permanecem até o abate. Com o objetivo de avaliar os comportamentos produtivo e econômico de suínos alojados no sistema WF em comparação ao sistema convencional de produção (CC, foram avaliados dois grupos de suínos provenientes das mesmas unidades produtoras de leitões, nascidos e desmamados na mesma semana. Um grupo foi alojado em uma creche do sistema convencional de produção (grupo CC, e o outro em um galpão WF adaptado (grupo WF, ambos em baias coletivas. Para análise de produção, foram calculados o consumo médio diário de ração (CMDR, o ganho de peso médio diário (GPMD e a conversão alimentar (CA. Para análise econômica, foi determinado o custo por quilograma de ganho de peso vivo. Os dados foram submetidos à análise de variância utilizando-se o pacote estatístico SAS, previamente testados para normalidade dos resíduos pelo teste de Shapiro-Wilk, e as médias dos grupos comparadas pelo teste de Tukey (5%. Na fase de creche, o GPMD foi de 0,468 e 0,449, e a CA de 1,48 e 1,42 para os Grupos WF e CC, respectivamente. Nas fases de crescimento e terminação, o GPMD foi de 0,924kg no grupo WF e de 0,909kg no grupo CC. A conversão alimentar foi de 2,41 para ambos os grupos, não sendo diferentes estatisticamente entre si (P>0,05 nas diferentes fases de produção nos parâmetros analisados. No aspecto econômico, o grupo WF apresentou os menores custos, com diferença de R$ 0,08 por quilograma de ganho de peso vivo em comparação ao grupo CC. Os resultados do desempenho produtivo associado ao aspecto econômico indicam que o sistema WF pode ser uma alternativa viável dentro da cadeia

  15. Do peixe com farinha à macarronada com frango: uma analise das transformações na rede urbana no Alto Solimões pela perspectiva dos padrões alimentares.

    OpenAIRE

    Schor, Tatiana; Tavares-Pinto, Moisés Augusto; Avelino, Francisco Carlos da Costa; Ribeiro, Marina Lelis

    2015-01-01

    As transformações e permanências nos padrões alimentares são indicativos de mudanças sociais e ambientais complexas. A passagem de uma dieta tradicional, fortemente baseada em produtos coletados, pescados, caçados, plantados ou mesmo adquiridos localmente para uma dieta de supermercado, isto é oriunda da agroindústria é um interessante indicativo do processo de modernização. A análise dessas mudanças permite entender processos diversificados tais como a urbanização. Os hábitos alimentares no ...

  16. Estimativa de consumo de sódio pela população brasileira, 2002-2003 Estimación del consumo de sodio por la población brasilera, 2002-2003 Estimated sodium intake by the Brazilian population, 2002-2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Sarno

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a magnitude e a distribuição regional e socioeconômica do consumo de sódio no Brasil e identificar as fontes alimentares que mais contribuem para esse consumo. MÉTODOS: As estimativas foram baseadas nos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada no Brasil entre julho de 2002 e junho de 2003. Foram analisados 969.989 registros de aquisição de alimentos efetuados por uma amostra probabilística de 48.470 domicílios localizados em 3.984 setores censitários do País. Realizou-se conversão dos registros das aquisições de alimentos em nutrientes por meio de tabelas de composição de alimentos. Foram calculadas a disponibilidade média de sódio por pessoa e por dia e a disponibilidade média ajustada para um consumo energético equivalente a 2.000 kcal. Calculou-se a contribuição de grupos de alimentos selecionados para o total de sódio disponível para consumo no domicílio. As estimativas são apresentadas segundo regiões, situação urbana ou rural do domicílio, e estratos de renda. RESULTADOS: A quantidade diária de sódio disponível para consumo nos domicílios brasileiros foi de 4,5 g por pessoa (ou 4,7 g para uma ingestão diária de 2.000 Kcal, excedendo, assim, em mais de duas vezes o limite recomendado de ingestão desse nutriente. Embora a maior parte do sódio disponível para consumo em todas classes de renda provenha do sal de cozinha e de condimentos à base desse sal (76,2%, a fração proveniente de alimentos processados com adição de sal aumenta linear e intensamente com o poder aquisitivo domiciliar, representando 9,7% do total de sódio no quinto inferior da distribuição da renda per capita e 25,0% no quinto superior. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que o consumo de sódio no Brasil excede largamente a recomendação máxima para esse nutriente em todas as macrorregiões brasileiras e em todas as classes de renda.OBJETIVO: Estimar la magnitud y la distribución regional y

  17. Elasticidade-renda dos produtos alimentares nas regiões metropolitanas brasileiras: uma aplicação da POF 1995/1996

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Gaiger Silveira

    2007-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é estimar a elasticidade-renda para trinta e seis produtos alimentares. A base de dados utilizada é a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF de 1995/96 do IBGE, que abarca informações extremamente detalhadas sobre o consumo alimentar das famílias das onze maiores regiões urbanas brasileiras. As variáveis utilizadas na estimação do modelo foram obtidas diretamente dos microdados dessa pesquisa. Isto permitiu que os logaritmos dos preços alimentares e do recebimento mensal familiar per capita fossem calculados diretamente das observações individualizadas e não sobre os dados agregados das classes de rendas originais da POF. A metodologia empregada foi o modelo QUAIDS. Os resultados encontrados permitem aprofundar o conhecimento sobre as diferenças do padrão de consumo entre as diversas classes de renda, assim como entre regiões tão distintas como Sudeste e Sul e o Nordeste brasileiro. Evidenciou-se a existência de insuficiência no consumo alimentar domiciliar no Brasil e que tal fato se concentra nas famílias de baixa renda, nas quais as despesas com alimentação respondem pela maior parcela do orçamento.The aim of this paper is to estimate the income elasticity for thirty-six food commodities. The database used was the Household Budgeting Survey (POF, 1995/96 from IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics, which has extremely detailed information about consumption in eleven bigger Brazilian urban regions. The variables used in estimation process come from the survey micro-data. This procedure allowed that the logarithms of the prices of food and the monthly per capita familiar income were directly calculated from the individualized observations, instead of aggregate data. The methodology estimation was the QUAIDS model. The results allow deepening the knowledge on the differences of the consumption standards among the diverse income strata, as well as between distinct regions as

  18. Características antropométricas e hábitos alimentares de escolares = Anthropometric features and food habits of students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Saraiva, Daniele Almeida

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivo: Estudar as características antropométricas e os hábitos alimentares de escolares do ensino fundamental de uma escola pública do município de Belém- PA. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo transversal que analisou dados sociodemográficos, antropométricos e alimentares de escolares do 2º ao 5º ano, no período de agosto a dezembro de 2013. Para classificação do estado nutricional foi utilizado o cálculo do índice de massa corporal (IMC, enquanto que a avaliação dos hábitos alimentares foi realizada por meio de um questionário de frequência alimentar. Resultados: Foram estudados 111 escolares, sendo 51,40% adolescentes. As crianças e os adolescentes eram na sua maioria do sexo feminino (57,66%, com média de idade de 8,25±0,70 e 11,01±1,60 anos, respectivamente. Foi observado que a maioria das crianças e adolescentes apresentou estado nutricional adequado. Entretanto foi verificado um percentual considerável de excesso de peso: para as crianças, segundo peso/idade (18,50% e IMC/ Idade (33,30% para o sexo feminino (p=0,016, e para os adolescentes (IMC/I: 26,30%, sem diferença estatística entre os sexos. Os hábitos alimentares indicaram um consumo insuficiente de alimentos considerados protetores para doenças cardiovasculares como: feijão (54,50%, frutas (70,90%, salada crua (58,70%, verduras e legumes cozidos (58,60%, e um consumo considerável de alimentos de risco como: carne com gordura (17,9%, frango com pele (21,10%, fritura (40,20%, refrigerantes (41,30%, salgados fritos e salgadinhos de milho (36,60%. Conclusão: Observou-se que a maioria dos escolares apresentava estado nutricional de eutrofia, entretanto foi constatado um percentual considerável de excesso peso e uma alimentação inadequada

  19. Consumo de refrigerantes entre escolares de séries iniciais da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul = Consumption of soft drinks among students from early grades in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flores, Thaynã Ramos

    2013-01-01

    Full Text Available Objetivo: Descrever o consumo diário de refrigerantes entre escolares do 1° ao 4° ano da rede municipal de ensino fundamental da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo transversal, de abordagem quantitativa, com 356 escolares do 1° ao 4° ano matriculados em escolas da zona urbana do município, no ano de 2011. O desfecho deste estudo foi o consumo diário de refrigerantes, avaliado através do Formulário de Marcadores de Consumo Alimentar proposto pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional. A frequência de consumo foi descrita segundo gênero, idade, escolaridade materna, nível socioeconômico e estado nutricional do escolar. Foram consideradas as prevalências e os seus respectivos intervalos de confiança de 95%, adotando-se o nível de significância estatística de 5%. Resultados: Dos 411 escolares considerados elegíveis para o estudo, foram avaliados 356, sendo de 13,4% as perdas e recusas. A prevalência de consumo diário de refrigerantes foi de 21,6%. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas de consumo diário de refrigerantes entre os sexos, faixa etária, classes de bens de consumo e estado nutricional. Conclusão: Os escolares da rede municipal de ensino fundamental de Pelotas apresentaram elevada prevalência de consumo diário de refrigerantes. Diante esse quadro, ressalta-se a importância da educação nutricional no ambiente escolar

  20. Procedimentos metodológicos empregados em questionários de frequência alimentar elaborados no Brasil: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thays de Ataide e Silva

    2012-12-01

    Full Text Available Esta revisão teve como objetivo analisar e discutir os procedimentos metodológicos empregados nos Questionários de Frequência Alimentar elaborados no Brasil. Foram consultadas as bases de dados PubMed, SciELO, Lilacs, IBECS, MedLine e Cochrane Library, e encontrados vinte e dois Questionários de Frequência Alimentar elaborados para populações brasileiras. Entre os Questionários de Frequência Alimentar encontrados 50% deles (n=11 foram elaborados a partir de recordatório de 24 horas, 27,27% (n=6 de Questionários de Frequência Alimentar pré-existentes, 13,63% (n=3 de registro alimentar e 9,09% (n=2 de outras fontes; 72,72% (n=16 apresentaram listas com 50 a 100 itens, número ideal. Quanto ao tipo, 45,45% (n=10 eram quantitativos, 45,45% (n=10 semiquantitativos e 9,09% (n=2 qualitativos. Apenas 27,27% (n=6 relataram teste em estudo-piloto e apenas 45,45% (n=10 referiram teste de validação ou validação e reprodutibilidade. Quanto à faixa etária, apenas 36,36% (n=8 dos Questionários de Frequência Alimentar apresentavam público-alvo específico: crianças, adolescentes ou adultos. O maior número de Questionários de Frequência Alimentar (54,54%; n=12 foi desenvolvido na região Sudeste, especialmente no estado de São Paulo. A revisão da literatura permitiu conhecer os Questionários de Frequência Alimentar elaborados para a população brasileira e suas respectivas metodologias, público-alvo, bem como sua distribuição em termos de região do País. Embora exista uma orientação em termos de proposta metodológica de elaboração aqui discutida, há algum distanciamento em relação ao recomendado que deve ser observado pelos pesquisadores da área, ainda que haja uma maioria de procedimentos adequados aos métodos pressupostos.

  1. Da identidade açoriana ao consumo da marca Açores

    OpenAIRE

    Negalha, Raquel Raposo

    2015-01-01

    Dissertação de Mestrado, Sociologia, 24 de Setembro de 2015, Universidade dos Açores. O presente Projeto de Dissertação insere-se na área da sociologia do consumo intitulada Da Identidade Açoriana ao Consumo da Marca Açores. A pertinência da mesma prende-se com o facto de o Projeto “Marca Açores” desenvolvido pela Sociedade para o Desenvolvimento dos Açores (SDEA) ser uma novidade para as empresas que se encontram interessadas em incutir o selo da mesma nos seus produtos de modo a que este...

  2. Inovação financeira e consumo : a hipótese do rendimento permanente

    OpenAIRE

    Duarte, Joshua Dias

    2015-01-01

    Trabalho de projeto do mestrado em Economia (Economia Financeira), apresentado à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de João Alberto Sousa Andrade. Tomando em linha de conta a crescente importância de inovações financeiras nos últimos anos torna-se relevante explicar qual o impacto das mesmas sobre o consumo. Recorrendo à hipótese do rendimento permanente tentamos criar uma ponte entre a inovação financeira e o consumo através do efeito que esta exerce sobre ...

  3. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  4. Padroes alimentares de criancas menores de cinco anos de idade residentes na capital e em municipios da Bahia, Brasil, 1996 e 1999/2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Maria Alvim de Matos

    2014-01-01

    Full Text Available Estudo transversal com 3.817 pré-escolares, 1.770 residentes em Salvador, Bahia, Brasil, e 2.047 nas áreas urbana e rural de 10 municípios baianos. Utilizou-se recordatório de 24 horas (R24h e empregou-se análise fatorial por componentes principais com objetivo de identificar e comparar os principais padrões alimentares dessas crianças. Estratificou-se a amostra por idade e área. Antes dos seis meses de vida o leite materno compôs o 2o e 3o padrões com carga positiva para crianças dos dez municípios. Para menores de 17 meses, o padrão 1 foi caracterizado por leite de vaca, farinhas e açúcares. Em áreas urbanas, pão/biscoito, arroz, feijão e carne integraram o padrão 2 aos 6-17 meses. Aos 18-23 meses, o padrão 1 apresentou carga negativa para açúcares, leite de vaca e farinhas, exceto na área rural. Frutas não fizeram parte do padrão 1 no grupo de 24 meses e mais. Observou-se baixo consumo de leite materno e pouca variação de frutas e legumes a partir dos seis meses. Tal perfil de consumo alimentar indica a necessidade de intervenções cada vez mais precoces para promoção de hábitos alimentares saudáveis.

  5. Aspectos das práticas alimentares e da atividade física como determinantes do crescimento do sobrepeso/obesidade no Brasil Dietary and physical activity factors as determinants of the increase in overweight/obesity in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Pinheiro Mendonça

    2004-06-01

    Full Text Available Os dados acerca do sobrepeso/obesidade na população brasileira demonstram um crescimento na sua prevalência entre as décadas de 70 e 90. Os dois aspectos mais apresentados como relacionados a este quadro têm sido mudanças no consumo alimentar, com aumento do fornecimento de energia pela dieta e redução da atividade física, configurando um "estilo de vida ocidental contemporâneo". Este artigo tem por objetivo identificar e avaliar alguns indicadores que se correlacionam com mudanças nas práticas alimentares e de atividade física na população brasileira nos últimos trinta anos. Apesar da carência de dados detalhados, os fatores que podem estar contribuindo para o quadro em tela incluem: migração interna; alimentação fora de casa; crescimento na oferta de refeições rápidas; mudanças no trabalho; meios de deslocamento; e equipamentos domésticos. Faltam informações mais detalhadas sobre as práticas alimentares e o padrão de atividade física no Brasil, em associação a dados antropométricos, para uma melhor explicação dessa relação. Há necessidade de projetos e programas intersetoriais que tenham metas bem definidas e que garantam a adesão da população a um estilo de vida saudável na perspectiva do controle do crescimento da prevalência do sobrepeso/obesidade no país.Data from Brazilian national surveys conducted since the 1970s have indicated an increase in the prevalence of overweight/obesity. The two most frequently cited causes of this trend have been dietary changes and reduction in physical activity, characterizing a "contemporary Western lifestyle". The objective of this paper is to identify and assess some indicators associated with changes in eating habits and physical activity patterns in the Brazilian population in the last 30 years. Despite the lack of detailed data, the following factors appear to play an important role in the process: internal migration; dining out; increased consumption of

  6. Notas sobre o comportamento alimentar do Anu branco, Guira Guira (GMELIN, 1788 (Cuculiformes, Aves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Hernán Fandiño Mariño

    1981-11-01

    Full Text Available O comportamento aumentar de um grupo de anus brancos, Guira guira, foi observado em condições naturais, no campus da Universidade Estadual de Londrina, no Paraná. Foram totalizadas vinte horas diurnas de observação direta em várias sessões, no período pôs-reprodutivo. A alimentação ocorre ao longo do dia com intervalos nos quais atividades de manutenção como tomar o sol e o contato de limpeza mú tua, são freqüentes. As áreas de alimentação são abertas, apresentando baixa densidade em árvores. O tipo de alimento está baseado principalmente em insetos saltadores, mas pequenos vertebrados são também aproveitados. O comportamento alimentar é uma atividade de grupo cujo processo inclui aparentemente as seguintes etapas: lo. - Permanência prévia num ponto alto e próximo ao terreno alimentar. 2o. - Descida progressão no terreno, emitindo freqüentemente um chamado característico dos deslocamentos. 3o. — Em terra a técnica de captura consiste em "caminhar perturbando ". A atividade é realizada em grupo o que facilita e aumenta a captura das presas em fuga. O avanço do grupo no campo não tem formação fixa, mas urna tendência a formar linhas paralelas ao sentido da progressão. Uma característica ressaltante do comportamento alimentar, foi a presença quase invariável de um sentinela num ponto alto que teria como função denunciar a presença de predadores terrestres. Diversos mecanismos de coesão do grupo parecem ter evoluído, como possíveis evidências do valor adaptativo desta estrutura social. Entre esses mecanismos, alguns padrões visuais conspícuos, uma ampla gama de vocalizações e certos padrões de comportamento social nos quais se estabelece um contato íntimo entre os indivíduos, pareceram-me de maior importância.

  7. EDUCACIÓN PARA EL CONSUMO: APROXIMACIÓN EMPÍRICA A LOS HÁBITOS DE CONSUMO DEL ALUMNADO DE SECUNDARIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Llarela Berríos Valenzuela

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de la investigación sobre los hábitos de consumo de los estudiantes de secundaria de la provincia de Barcelona, España. La investigación se sitúa en el paradigma cuantitativo, utilizando la metodología ex post facto descriptiva por encuesta, empleando un cuestionario como instrumento de recolección de datos. Debido al carácter diagnóstico y exploratorio, participaron de la muestra 232 estudiantes de 14-16 años, de institutos públicos de las comarcas del Maresme, Vallés Occidental y Barcelonés. Los principales resultados indican que los adolescentes tienen hábitos de consumo moderados, ya que no se consideran consumistas, perciben que influyen medianamente en el consumo familiar y aseguran que han recibido suficiente educación para el consumo responsable, pero lo interesante es que indican que les gustaría aprender más sobre este tipo de consumo. Sin embargo, señalan no tener conocimiento de organismos o entidades a los que se pueden dirigir en caso de reclamación. Se concluye que es necesario abordar la educación para el consumo a través de una propuesta pedagógica desde el ámbito de los valores, y es fundamental trabajar con el trinomio esencial de la educación (familia, escuela, adolescentes, para que contribuya de forma integral en la formación del alumnado de secundaria, a través del desarrollo de actitudes críticas y reflexivas frente a la sociedad de consumo en la que viven y, de este modo, estar preparados como ciudadanía activa y responsable, ante las problemáticas que nos afectan en el siglo XXI.

  8. Educación para el consumo: aproximación empírica a los hábitos de consumo del alumnado de sencundaria

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Berríos Valenzuela, Llarela

    2015-01-01

    Full Text Available Este artículo presenta los resultados de la investigación sobre los hábitos de consumo de los estudiantes de secundaria de la provincia de Barcelona, España. La investigación se sitúa en el paradigma cuantitativo, utilizando la metodología ex post facto descriptiva por encuesta, empleando un cuestionario como instrumento de recolección de datos. Debido al carácter diagnóstico y exploratorio, participaron de la muestra 232 estudiantes de 14-16 años, de institutos públicos de las comarcas del Maresme, Vallés Occidental y Barcelonés. Los principales resultados indican que los adolescentes tienen hábitos de consumo moderados, ya que no se consideran consumistas, perciben que influyen medianamente en el consumo familiar y aseguran que han recibido suficiente educación para el consumo responsable, pero lo interesante es que indican que les gustaría aprender más sobre este tipo de consumo. Sin embargo, señalan no tener conocimiento de organismos o entidades a los que se pueden dirigir en caso de reclamación. Se concluye que es necesario abordar la educación para el consumo a través de una propuesta pedagógica desde el ámbito de los valores, y es fundamental trabajar con el trinomio esencial de la educación (familia, escuela, adolescentes, para que contribuya de forma integral en la formación del alumnado de secundaria, a través del desarrollo de actitudes críticas y reflexivas frente a la sociedad de consumo en la que viven y, de este modo, estar preparados como ciudadanía activa y responsable, ante las problemáticas que nos afectan en el siglo XXI.

  9. AFLATOXINAS - ASPECTOS CLÍNICOS E TOXICOLÓGICOS EM SUÍNOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Mallmann

    1994-12-01

    Full Text Available Aflatoxinas são metabólitos fúngicos produzidos por linhagens de Aspergillus flavus var. parasiticus encontrados ubiquitariamente nos substratos alimentares que compõe a dieta dos suínos. A aflatoxicose dos suínos é uma doença dependente da dose ingerida e do tempo de exposição, caracterizando-se principalmente pela atividade hepatotóxica desta micotoxina. Na suinocultura os maiores problemas são provocados por doses subclínicas onde esta intoxicação se manifesta na forma de prejuízos sobre o desempenho traduzidos principalmente por uma baixa conversão alimentar e por imunodepressão.

  10. Avaliação de um programa para promoção de hábitos alimentares saudáveis em escolares de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Evaluation of a program to promote healthy eating habits among schoolchildren in the city of Florianópolis, State of Santa Catarina, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristine Garcia Gabriel

    2008-09-01

    Full Text Available OBJETIVOS: avaliar os resultados de um programa de intervenção nutricional visando à promoção de hábitos alimentares saudáveis em escolares do ensino fundamental. MÉTODOS: estudo de intervenção não controlado desenvolvido com 162 escolares de terceira e quarta séries de duas instituições de ensino (pública e privada, em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. O programa de educação nutricional de curta duração foi distribuído em sete encontros. Aplicou-se um questionário de consumo alimentar e aferiu-se peso e estatura antes e um mês após o término da intervenção. RESULTADOS embora não tenham sido detectadas mudanças no perfil nutricional dos escolares, percebeu-se na escola privada redução significativa nos percentuais de bolachas recheadas trazidas de casa pelos meninos e na escola pública aumentou significativamente o consumo da merenda escolar e aceitação por frutas. CONCLUSÕES: após a intervenção, verificou-se aumento da freqüência de algumas atitudes e práticas alimentares mais saudáveis. O tempo entre a conclusão do programa e a realização do segundo exame antropométrico pode não ter sido suficiente para provocar mudanças no índice de massa corporal. Essa experiência pode ser aplicada em outras instituições e, para sua maior efetividade, deve contar com a participação da comunidade escolar (especialmente pais e professores.OBJECTIVES: to describe the results of a nutrition intervention program aiming to promote healthy eating habits among schoolchildren. METHODS: an uncontrolled intervention study was conducted covering 162 schoolchildren from the 3rd and 4th grades of two educational institutions (public and private in the city of Florianópolis, Santa Catarina, Brazil. A short-term nutritional education program was run over the course of seven weekly meetings. An eating habits questionnaire was applied. Weight and height data were taken before and one month after the intervention

  11. Hábito alimentar de escolares adolescentes de um município do oeste do Paraná Food habits of adolescent students from a municipality in western Paraná, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcia Cristina Dalla Costa

    2007-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo objetivou identificar o padrão de consumo alimentar de 2562 escolares de 14 a 19 anos das escolas urbanas, públicas e particulares, do município de Toledo, Paraná, bem como os fatores associados à classe econômica e ao sexo. MÉTODOS: Para caracterizar o consumo alimentar utilizou-se Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar validado. A análise estatística foi realizada seguindo os grupos da pirâmide alimentar, e as associações das variáveis foram realizadas pelo teste Qui-quadrado com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Os alimentos que apresentaram maior consumo em cada grupo foram: pão e arroz, alface e tomate, banana e laranja, leite integral e desnatado, carne de gado e frango, feijão, margarina e maionese, açúcar e balas/doces. A associação da freqüência de consumo com a renda familiar foi significante entre os mais pobres para os grupos dos pães, cereais, raízes e tubérculos, das leguminosas e dos óleos e gorduras. Entre os mais ricos encontram-se os grupos das hortaliças, das frutas, dos leites e produtos lácteos. Quanto ao sexo, as meninas consomem mais alimentos dos grupos das hortaliças e dos açúcares e doces, já entre os meninos prevalece o consumo de leite, leguminosas, óleos e gorduras. CONCLUSÃO: Esses resultados mostram diferença de consumo entre os sexos e sugerem que a renda famíliar associa-se ao consumo alimentar dos escolares.OBJECTIVE: The objective of this study was to identify the food intake patterns of 2562 students aging from 14 to 19 years from public and private schools of the municipality of Toledo, Paraná, Brazil. Associations between intake patterns and gender and intake patterns and social class were also investigated. METHODS: A validated food frequency questionnaire was used to characterize food intake. Statistical analysis was based on the food guide pyramid and the variables associated with the chi-square test, using a significance

  12. Aleitamento materno e tabus alimentares Breastfeeding and nutritional superstitions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Del Ciampo

    2008-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a opinião de nutrizes sobre o consumo de alimentos em sua dieta durante o período de amamentação e identificar as possíveis restrições alimentares a que estão sujeitas. MÉTODOS: Estudo transversal realizado por análise de questionário aplicado às mães de crianças, inscritas em Programas de Puericultura em Unidades Básicas de Saúde, com idade variando do nascimento a seis meses completos para identificar se existe algum alimento que essas mães consideram inapropriado durante o período de lactação, quais são esses alimentos e os motivos alegados para que não sejam consumidos. RESULTADOS: Foram entrevistadas 504 mães das quais 296 (59% responderam acreditar que existem alimentos inapropriados para o período de lactação. Os motivos referidos foram: poderia fazer mal à criança (78%; indefinidos (16%; faz mal à mãe (5%. Os principais alimentos a serem evitados, segundo as mães, seriam: refrigerantes (17%, pimenta (17%, gordura de porco (11% e bebidas alcoólicas (10%. CONCLUSÕES: Mais da metade das lactantes entrevistadas considera que há alimentos que não devem ser consumidos durante o período de lactação, o que não encontra respaldo científico. Essas práticas restritivas podem interferir na nutrição da lactante e, conseqüentemente, na prática do aleitamento materno.OBJECTIVE: To know the opinion of lactating mothers about the consumption of food in their diet during the breastfeeding period and to identify possible alimentary restrictions. METHODS: This cross-sectional study enrolled mothers of children registered at Health Care Programs of Primary Health Care Centers, with ages varying from birth to six months. A questionnaire was applied in order to identify the foods considered by the mothers as improper during the breastfeeding period, and the reasons stated by them to justify such restriction. RESULTS: In a universe of 504 interviewed mothers, 296 (59% stated that some foods should

  13. O consumo na vida digital

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iuri Yudi Furukita Baptista

    2016-02-01

    Full Text Available O modelo de consumo não possui as mesmas características sempre: suas relações, motivações, formatos, espaços, interesses e atividades são construções sociais que se modificam atreladas ao cenário econômico, político e tecnológico. O presente trabalho repassa o surgimento da sociedade do consumidor para então conjecturar sobre as propriedades distintivas do consumo na vida digital. O que se defende ao final é que o consumidor já não se restringe ao papel de consumir.

  14. Efeitos de uma intervenção alimentar em atletas de futsal de diferentes categorias etárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Acunha Da Silveira

    2017-01-01

    Full Text Available A adolescência é a fase compreendida dos 10 aos 19 anos de idade, é o segundo período em que o crescimento tem sua velocidade máxima. Atletas adolescentes, em função da demanda energética, podem apresentar erros alimentares importantes. O objetivo deste estudo foi avaliar a adequação e a qualidade da dieta de adolescentes jogadores de futsal das categorias sub 13, sub 15 e sub 17 de um clube esportivo antes e depois de intervenção nutricional para uma alimentação saudável. Foi realizada uma intervenção nutricional durante os meses de março a maio de 2015 com adolescentes da equipe de futsal de um clube esportivo da cidade de Pelotas/RS, que consistiu em orientações para hábitos alimentares mais saudáveis, utilizando como parâmetro os Dez Passos da Alimentação Saudável para Adolescentes do Ministério da Saúde. O estado nutricional e o consumo alimentar foram avaliados antes e após a intervenção, com um intervalo de oito semanas entre os encontros. Participaram do estudo 32 adolescentes do sexo masculino. A média de índice de massa corporal dos atletas foi de 22,3 ± 4,1 kg/m². Em relação ao consumo alimentar, os macronutrientes e a ingestão calórica não apresentaram mudanças estatisticamente significativas e a ingestão hídrica foi a única variável que apresentou aumento pós-intervenção (p=0,05. Os resultados reforçam a importância do acompanhamento nutricional para atletas adolescentes. A intervenção nutricional utilizada mostrou-se ineficiente para modificação de hábitos alimentares no dado período de tempo. ABSTRACT Effects of a food intervention on futsal athletes of different age categories Adolescence is the period comprised from 10 to 19 years old, is the second period in which growth has its maximum speed. Adolescent athletes, due to the energy demand, may have significant dietary deficiency. The aim of this study was to evaluate the adequacy and quality of the diet of teenagers

  15. El lado oculto del consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Narotzky

    2007-12-01

    Full Text Available El aprovisionamiento de recursos es un proceso complejo en el que deben considerarse conjuntamente relaciones de producción, distribución, apropiación y consumo, y en el que el desarrollo histórico va a definir en cada caso las vías particulares de aprovisionamiento de bienes y servicios que están disponibles en sociedades concretas, para grupos concretos y para actores concretos dentro de esas sociedades. Desde una perspectiva que observa los "modos de aprovisionamiento" en su diversidad, el trabajo se aproxima a las formas no mercantiles de obtención y transferencia de recursos y no sólo al consumo encuadrado en dinámicas de mercado.O aprovisionamento de recursos e um processo complexo em o que e necessário considerar conjuntamente relaciones de produção, distribuição, apropriação e consumo, onde o desenvolvimento histórico vá definir em cada caso as vias particulares de aprovisionamento de bens e serviços disponibles em sociedades concretas, para grupos concretos y para atores concretos em essas sociedades. Desde uma perspectiva que observa os "modos de aprovisionamento" em sua diversidade, este trabalho se aproxima as formas no mercantil de obtenção y transferência de recursos y no solo al consumo enquadrado em dinâmicas de mercado.The purchasing resources is a complex process and need to consider together production, distribution, appropriation and consume relations, and en the historical development will define in each case the goods and services purchasing especial ways available in specific societies, for specific groups y for specific actors into this societies. Observing the "purchasing modes" in them diversity, this article analyze the no mercantile forms the obtaining and transference the resources, and no only to the mercantile consume.

  16. Níveis de hemoglobina, aleitamento materno e regime alimentar no primeiro ano de vida Hemoglobin concentration, breastfeeding and complementary feeding in the first year of life

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Marlúcia Oliveira Assis

    2004-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Identificar a relação entre os níveis de hemoglobina e o consumo de leite materno, alimentos complementares e líquidos não nutritivos no primeiro ano de vida. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 553 crianças menores de 12 meses de vida, que freqüentavam os serviços públicos de saúde. A concentração de hemoglobina foi avaliada pelo método cianometahemoglobina, usando-se o sistema HemoCue. Utilizou-se a técnica da regressão linear múltipla para avaliar as associações de interesse. RESULTADOS: Níveis de hemoglobina compatíveis com a anemia foram identificados em 62,8% das crianças investigadas, com maior ocorrência naquelas de seis a 12 meses de idade (72,6%. O aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida assegurou os mais elevados níveis de hemoglobina. Os demais regimes alimentares declinaram de maneira diferenciada os níveis de hemoglobina, que se tornaram compatíveis com a anemia quando o regime de aleitamento artificial foi adotado (p=0,009. O consumo de chá e/ou água declinou em 0,76 g/dl (pOBJECTIVE: To assess the relationship between hemoglobin concentration and breastfeeding and complementary feeding during the first years of life. METHODS: Cross-sectional study with 553 children under age 12 months, who attended public healthcare facilities. Hemoglobin concentration was measured by the cyanmethaemoglobin method, using the HemoCue system. Associations of interest were analyzed through multiple linear regression. RESULTS: Hemoglobin concentrations compatible with anemia were identified in 62.8% of the children studied, with greater occurrence among the 6-12 months age group (72.6%. Exclusive breastfeeding during the first six months of life was associated with the highest levels of hemoglobin. The remaining feeding regimes were associated with different levels of reduction in hemoglobin levels, which became compatible with anemia in children fed with formula (p=0,009. Tea and

  17. Determinantes sociodemográficos, antropométricos e alimentares de dislipidemia em pré-escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana N. Nobre

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar os determinantes de dislipidemia em pré-escolares. MÉTODOS: A partir de um desenho transversal, foi avaliado um total de 227 pré-escolares com 5 anos de idade residentes em uma área urbana da cidade de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. Foram avaliados: variáveis bioquímicas, antropométricas, condição socioeconômica e comportamental, a partir de um questinário; e ingestão alimentar, a partir de um questionário de fequência de consumo de alimentos. Os padrões alimentares denominados "dieta mista", "fast food" e "não saudável" foram identificados por meio de análise de componentes principais. Os determinantes de dislipidemia foram examinados através da análise de regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de dislipidemia, neste estudo, foi de 65,19%. Os pré-escolares que consumiam com menos frequência alimentos do padrão "dieta mista" tiveram um risco maior de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 2,30; p = 0,004, em comparação com aqueles com um consumo mais frequente do padrão "dieta mista". Os pré-escolares cujas mães apresentaram uma escolaridade mais baixa tiveram menor risco de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 0,43; p = 0,003, e os pré-escolares que estavam com sobrepeso/obesos apresentaram maior risco de concentrações mais altas de lipoproteína de baixa densidade (PR = 2,23; p = 0,003. CONCLUSÃO: Os determinantes de dislipidemia identificados neste estudo foram o consumo menos frequente de alimentos do padrão "dieta mista", índice de massa corporal mais alto e um maior nível de escolaridade materna. Este estudo mostra que, apesar da baixa idade do grupo em estudo, já estão apresentando alta prevalência de dislipidemia, que é um fator de risco importante para doença cardiovascular.

  18. Avaliação do ganho compensatório em novilhos mestiços Holandês-Gir: consumo e desempenho Evaluation of compensatory growth in crossbred Holstein-Gyr steers: intake and performance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto de Alencar Fontes

    2007-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a influência da restrição alimentar durante um período de pastejo de 104 dias (fase 1 sobre o consumo e a conversão alimentar, o conteúdo de digesta no trato gastrintestinal e os ganhos de peso corporal, da carcaça e dos constituintes não-carcaça em bovinos durante o período de realimentação em confinamento (fase 2. Foram utilizados 39 novilhos mestiços Holandês-Gir, com idade inicial de 19,3±5,1 meses e 202,0±49,1 kg de PV, distribuídos em três grupos segundo o regime alimentar proposto: controle - pastejo ad libitum na fase 1 e ração ad libitum na fase 2 (nove animais; ganho compensatório - pastejo restrito na fase 1 e ração ad libitum na fase 2 (15 animais; mantença - pastejo restrito na fase 1 e níveis de proteína e energia 15% acima da mantença na fase 2 (15 animais. Nos dias 1, 28, 56, 84 e 112 de confinamento, foram abatidos três animais do regime ganho compensatório e três do regime de mantença. Nos dias 1, 28 e 112, foram igualmente abatidos três animais do grupo controle. Em comparação aos animais do grupo controle, os novilhos do ganho compensatório ganharam mais peso corporal durante os primeiros 28 dias de confinamento (ganharam mais peso dos constituintes não-carcaça, porém, não diferiram quanto ao ganho de peso da carcaça. Após o início do confinamento, com a ingestão de alimentos concentrados, verificou-se redução contínua do conteúdo de digesta (em % PV nos animais dos três regimes de alimentação, mas não foi observada diferença entre os regimes de alimentação. Nos grupos controle e ganho compensatório, os 28 dias iniciais de confinamento constituíram o período de melhor conversão alimentar, pois coincidiram com o período de maior consumo por unidade de tamanho metabólico e em porcentagem do peso vivo.The objective of this trial was to evaluate the effect of feed restriction during a grazing period of 104 days (phase I on intake, feed conversion, and digesta

  19. Factores familiares, individuales y ambientales en el consumo y no consumo de drogas en adolescentes

    National Research Council Canada - National Science Library

    Karina Diaz Morales; María Consuelo del Pilar Amaya Rey

    2012-01-01

      Objetivo: Caracterizar los factores familiares, individuales y ambientales para el consumo y no consumo de drogas en los adolescentes hombres y mujeres escolarizados de Minatitlán, Veracruz México. Metodología...

  20. Os distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1

    OpenAIRE

    Pereira, Inês Sofia Soares

    2013-01-01

    Introdução: A diabetes mellitus tipo 1 e os distúrbios alimentares são doenças frequentes na adolescência. Em ambas as condições, os pacientes dão uma grande importância ao peso corporal e à dieta. Assim, estima-se que os pacientes com diabetes mellitus tipo 1 tenham uma grande vulnerabilidade para o desenvolvimento de distúrbios alimentares (incluindo a diabulimia, um comportamento compensatório particular), que podem ter repercussões significativas na sua qualidade de vida. Os objectivos de...

  1. Comportamentos de risco para transtornos do comportamento alimentar e fatores associados entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Magalhães Bosi

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar práticas alimentares e fatores de risco associados a transtornos do comportamento alimentar entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Estudo seccional junto a um segmento populacional apontado na literatura como de risco para o surgimento de transtornos alimentares. Utilizaram-se o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE, o Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26 e uma variável que considera os dois instrumentos associados (Nunes et al., 2001. RESULTADOS: Analisaram-se 193 estudantes do sexo feminino, com média de idade de 20,9 anos ± 2 anos. Detectou-se resultado positivo em 14% (intervalo de confiança [IC] 95%: 9,4%-20% no EAT-26. No BITE, para sintomas elevados e gravidade intensa, foram encontradas prevalências de 5,7% (IC 95%: 2,9%-10% e 3,2% (IC 95%: 1,2%-6,9%, respectivamente. Quando combinados EAT-26 positivo e BITE com gravidade intensa e sintomas elevados, constataram-se correlações positivas com prevalências de 64,7% (p < 0,001 e 36,4% (p < 0,001, respectivamente. Das mulheres que apresentaram EAT-26 positivo, 88,5% encontram-se na faixa de normalidade do índice de massa corporal (IMC (p < 0,031. CONCLUSÕES: Deve-se atentar para comportamentos de risco para transtornos alimentares no grupo, uma vez que esses distúrbios serão objeto de sua prática profissional, podendo comprometê-la nos casos em que nutricionistas sejam portadores de síndromes instaladas ou comportamentos precursores.

  2. Consumo e conhecimento sobre alimentos fontes de lipídeos por professores de escola técnica em saúde = Consumption and knowledge on source of lipid foods by health technical school teachers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anastácio, Gislaine

    2009-01-01

    Full Text Available Objetivo: Investigar o hábito de consumo e conhecimentos sobre alimentos fontes de lipídios, entre os professores de uma Escola Técnica em Saúde da Rede Estadual de Ensino em Porto Alegre, RS. Materiais e Métodos: Estudo transversal, realizado com professores de ambos os sexos, através de um questionário de frequência de consumo alimentar contendo nove grupos alimentares, predominantemente fontes de lipídeos e, outro questionário, visando o reconhecimento sobre gorduras alimentares e os efeitos na saúde humana. A análise estatística foi descritiva e com auxílio do software Excel. Resultados: 39 professores participaram da pesquisa, destes 28 mulheres e média de 43±11anos de idade. O consumo de azeite de oliva diariamente foi citado por 38% dos participantes e leite desnatado em 41%. Margarina é habitual para cerca de 25% deles e mais da metade do grupo nega uso de maionese e manteiga. Referem consumo frequente, de 1 a 3 vezes por semana, para pizza (54%, carne bovina sem gordura aparente (49% e ave sem pele (70%. Os embutidos, frituras e preparações à milanesa são de consumo eventual para a maioria, inclusive as oleaginosas. Conclusão: Os professores demonstram adequados conhecimentos sobre a importância de selecionar alimentos que são fontes de gordura e sobre seus efeitos no organismo. Eles também exercem boas escolhas desses alimentos, no seu dia-a-dia. Esclarecimentos adicionais em Nutrição poderão contribuir ainda mais à prática saudável e à difusão dessas informações

  3. Influência do número de animais e tipo de comedouro na unidade experimental sobre as exigências nutricionais e composição de carcaça de suínos em terminação Influence of the number of animals and type of feeder in the experimental unit on the nutritional requirement and carcass composition of finishing pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Carlos de Oliveira Silva

    2009-06-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar os efeitos do número de animais por unidade experimental e do tipo de comedouro sobre as exigências nutricionais e as características de carcaça de suínos dos 60 aos 95 kg. Utilizaram-se 704 suínos, machos castrados, com 59,84 ± 1,67 kg de peso corporal, distribuídos em delineamento experimental em esquema de parcelas subdivididas, com diferentes números de animais por unidade experimental nas parcelas e, nas subparcelas, um esquema fatorial 2 × 4, com dois tipos de comedouro e quatro níveis de lisina digestível na ração (0,75; 0,85; 0,95% e 1,05%, em delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições. Não ocorreu interação significativa entre níveis de lisina, tipo de comedouro e número de animais na unidade experimental para os consumos de ração e de lisina, o ganho de peso e a conversão alimentar. O ganho de peso e o consumo de lisina aumentaram de forma linear com o aumento dos níveis de lisina digestível. A conversão alimentar melhorou de forma linear, contudo o modelo "Linear Response Plateau" foi o que melhor se ajustou aos dados, estimando em 0,96% o nível de lisina digestível, correspondente a um consumo diário de 26,1 g, a partir do qual ocorreu "plateau". O uso de dois animais por unidade experimental proporcionou melhores resultados de ganho de peso e conversão alimentar. Houve interação tipo de comedouro × número de animais na unidade experimental, de modo que o rendimento de carcaça e a quantidade de carne magra reduziram com o uso dos comedouros conjugados com bebedouros nas unidades experimentais com dois animais, mas não variaram com o tipo de comedouro nas unidades experimentais com 20 animais. Suínos dos 60 aos 95 kg exigem, respectivamente, 1,05 e 0,96% de lisina digestível para melhores resultados de ganho de peso e conversão alimentar, independentemente do tipo de comedouro e do número de animais na unidade experimental. Nas unidades experimentais com dois suínos

  4. Aspectos motivacionais em programas de mudança de comportamento alimentar Motivational aspects in programs of nutritional behavior changes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Altenburg de Assis

    1999-04-01

    Full Text Available Este trabalho procurou reunir as informações concernentes às questões da adesão e motivação de indivíduos em programas de intervenção alimentar que visam à mudança do comportamento. Foram considerados os artigos publicados a partir de 1990, abordando inicialmente uma definição de termos sobre complacência, aderência, motivação, manutenção, recaída e lapso, palavras comumente utilizadas nos estudos sobre mudanças de comportamento. O tema fatores que interferem nas escolhas alimentares e na aderência à dieta trata genericamente, dos aspectos que determinam os hábitos e as preferências alimentares e tece considerações sobre as questões que permeiam a relação profissional-paciente. A seguir foram abordadas as principais teorias motivacionais que fundamentam os programas de intervenção alimentar e algumas considerações sobre a aplicação destas teorias num programa de intervenção nutricional. O "estado da arte" dos programas de intervenção nutricional que visam à mudança do comportamento alimentar, apresentado nas publicações relatadas, aponta para a necessidade da utilização e integração dos modelos da teoria social cognitiva e treinamento profissional para aquisição de habilidades técnicas para motivar as pessoas na realização das mudanças desejáveis.This article is a review of the most recent publications related to the motivation and adherence factors in nutritional intervention programs directed toward behavioral changes. The review included papers published since 1990. The initial part of the article presents the definitions of several terms commonly associated with researches on the behavioral change area, such as adherence, complacence, motivation, maintenance and relapse. Afterwards, the authors present information related to the factors that have been found to interfere in food choices and those that may determine the nutricional habits. The patient - professional relationship is also

  5. Compulsão alimentar e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Raulino Tramontt

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudos nacionais mostram variações na prevalência de compulsão alimentar entre 14,9 a 18,1%, enquanto a bulimia nervosa (BN apresenta-se em torno de 1 a 3,6%. Indivíduos que apresentam transtornos alimentares procuram espaços onde o exercício físico é estimulado e assim mascaram características da doença, exercitando-se compulsivamente após um episódio de compulsão alimentar. OBJETIVO: Identificar a prevalência de transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico associando ao estado nutricional, modalidade, frequência, duração e objetivo da prática do exercício físico. MÉTODOS: Estudo transversal composto por 103 indivíduos maiores de 18 anos com idade média de 37,7 (DP±15,6 anos, de ambos os sexos, praticantes de exercício físico há pelo menos três meses ininterruptos antes do início da pesquisa. Para análise da prevalência de TCAP e BN foi utilizado o Questionário sobre Alimentação e Peso (QEWP-R e um questionário específico sobre exercício físico. O estado nutricional foi classificado conforme o IMC. RESULTADOS: A prevalência de TCAP entre os indivíduos praticantes de exercício físico foi de 0,97%. Houve associação entre valores de IMC mais alto (p=0,026, idade menor (para TCAP p=0,036, BN p=0,01 e objetivo da prática de exercício físico declarado "estética" (para TCAP p=0,011 e BN p=0,043 com maiores pontuações nos escores de TCAP e BN. CONCLUSÃO: A prevalência de TCAP e BN encontrada neste estudo está de acordo com o referido na literatura internacional. Não foram encontradas associações entre compulsão alimentar e maior frequência de exercício físico.

  6. Efeito de diferentes sistemas de pastejo sobre o desempenho de suínos mantidos em pastagem de trevo-branco (Trifolium repens L. Effect of different grazing systems on the performance of pigs, in growing and finishing phases, kept on white clover (Trifolium repens L. pasture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denyse Maria Galvão Leite

    2006-06-01

    Full Text Available Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito dos sistemas de pastejo contínuo, alternado e rotativo sobre as características de desempenho de suínos (consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar e espessura de toucinho nas fases de crescimento e terminação mantidos em pastagem de trevo-branco (Trifolium repens L.. Foram realizadas também avaliações da disponibilidade e composição química da pastagem. Trinta e seis suínos machos foram distribuídos em um delineamento de blocos casualizados, com três tratamentos e três repetições, e doze foram mantidos em sistema de confinamento. Não foi observada influência significativa dos sistemas de pastejo sobre as características de desempenho dos animais e a disponibilidade de forragem. Entretanto, houve diferença significativa na composição química da pastagem entre os sistemas de pastejo estudados. Os suínos em sistemas de pastejo contínuo, alternado e rotativo consumiram de 13,41 a 15,92% a menos de ração e apresentaram menores ganhos de peso e espessura de toucinho que aqueles criados em confinamento. Não foram registradas diferenças significativas na conversão alimentar entre os suínos mantidos em confinamento e em pastagem.This trial was carried out to determine the effect of continuous, alternated or rotational grazing systems on the performance of pigs (feed intake, weight gain, feed conversion and backfat thickness, in the growing and finishing phases, as well as the forage availability and chemical composition of a white clover pasture (Trifolium repens L.. Thirty-six castrated pigs were allotted to a randomized complete-block experimental design with three treatments and three replications. Twelve feedlot pigs were kept on a rearing system. No significant differences were found between grazing systems on parameters of animal performance and forage on offer. However, significant differences were observed on the pasture chemical composition

  7. Orientação nutricional de crianças e adolescentes e os novos padrões de consumo: propagandas, embalagens e rótulos Nutritional guidance for children and adolescents and the new consumption patterns: advertising, packaging and labeling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Elias Pontes

    2009-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Compilar e debater conhecimentos sobre os rótulos, as embalagens e a divulgação e promoção de alimentos processados que progressivamente passam a compor a dieta da população infanto-juvenil. FONTES DE DADOS: Artigos nos bancos de dados eletrônicos, Medline e SciELO nos últimos dez anos, nas línguas portuguesa e inglesa, utilizando os descritores "criança", "marketing", "hábitos alimentares", "televisão", "educação em Saúde". Também foram consultados livros, textos recentes e artigos considerados relevantes para realização dessa revisão. SÍNTESE DOS DADOS: O artigo discute o marketing de alimentos, segundo os tópicos: propagandas, embalagens e rótulos. Quanto à publicidade televisiva, foi abordada sua influência na formação dos hábitos alimentares infanto-juvenis, a qualidade nutricional dos alimentos veiculados e as alternativas para que pais e educadores possam lidar com os novos padrões de consumo. Além disso, debateram-se as embalagens enquanto meios de comunicação entre fabricante e consumidor. Sobre os rótulos, foram abordadas as novas regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária a respeito da Rotulagem Nutricional Obrigatória, bem como a importância da leitura adequada para a adoção de escolhas alimentares saudáveis. CONCLUSÕES: Espera-se que este artigo seja instrumento de atualização dos profissionais da Saúde, proporcionando atuação mais incisiva no processo de educação em saúde e nutrição. Torna-se urgente a adoção de práticas preventivas com esclarecimento aos pais e familiares cujos filhos participam ativamente da sociedade de consumo, visando minimizar os efeitos deletérios da ingestão rotineira de alimentos obesogênicos.OBJECTIVE: To debate knowledge on labeling, packaging, releases and promotion of processed foods that have been included progressively in the diets of children and adolescents. DATA SOURCE: On-line articles from Medline and SciELO database

  8. Alimentar no final da vida : transição do familiar cuidador para a recusa alimentar

    OpenAIRE

    2009-01-01

    O presente estudo submetido ao tema, alimentar no final de vida, foi desenvolvido no contexto do mestrado, em comunicação em saúde A pergunta de partida proposta foi Como é que o familiar cuidador experiencia a transição para a recusa alimentar do doente oncológico adulto, em cuidados paliativos? A investigação foi alicerçada no paradigma qualitativo, sendo um estudo exploratório e descritivo. Teve como objectivos, compreender a função da alimentação na estrutura de cuidados...

  9. Cultura alimentar e suas manifestações na escola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anita Seewald

    2016-12-01

    Full Text Available A orientação alimentar, figura na escola como tema transversal e encontra-se centrada na figura do professor. O estudo teve por base a revisão da literatura científica sobre a cultura alimentar e também relata experiências e vivências da própria autora, acadêmica de pedagogia, cozinheira de um Centro de Educação Infantil do município de Sinop. O estudo é descritivo, de cunho qualitativo, utilizando a metodologia observação participante. Como resultados percebe-se a carência de informações sobre a prática de alimentação saudável, que sistematicamente tem contribuído o aumento de doenças, em especial a obesidade, e a necessidade da ação conjunta de outros setores da sociedade. Palavras-chave: cultura alimentar; educação escolar; orientação alimentar.

  10. Transtorno da compulsão alimentar periódica Binge eating disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Pinto de Azevedo

    2004-01-01

    Full Text Available O transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP foi descrito pela primeira vez nos anos 1950. Contudo, sua elevação à categoria diagnóstica apenas ocorreu em 1994, quando foi incluído no apêndice B do DSM IV, com critérios provisórios para seu diagnóstico. Trata-se de uma síndrome caracterizada por episódios recorrentes de compulsão alimentar, sem qualquer comportamento de compensação para evitar um possível ganho de peso. Incertezas quanto a seus parâmetros diagnósticos como caracterização da quantidade de alimentos ingeridos, duração de um episódio de comer compulsivo, ou mesmo o valor da perda de controle sobre a ingestão alimentar, tornam difíceis uma homogeinização de um grupo sindrômico. Desta forma, estudos epidemiológicos podem revelar diferentes dados de caracterização da população portadora deste transtorno. Isto reforça a necessidade da manutenção de estudos para avaliação desta patologia.Binge eating disorder was first described in 1955. However, its upgrade to a diagnostic category only occurred in 1994, when it was included in appendix B of DSM IV, with provisory criteria. It is characterized by recurrent episodes of binge eating, without any compensatory behavior to prevent a possible weight gain. Uncertainties about the diagnostic criteria like the amount of food ingested, the duration or the value of the loss of control during a binge eating episode make its characterization difficult. Then, epidemiological studies may reveal the characterization of this disorder. This means that more studies are needed for an appropriate evaluation of this pathology.

  11. Consumo de nutrientes em idosos residentes em Porto Alegre (RS, Brasil: um estudo de base populacional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carina Duarte Venturini

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Para descrever o perfil de consumo de nutrientes e verificar a sua associação com as variáveis sociodemográficas e de saúde, desenvolveu-se um estudo transversal, de base populacional em uma amostra aleatória de 427 idosos residentes em Porto Alegre, Brasil. O consumo alimentar foi avaliado através do Inquérito Recordatório de 24 Horas e Investigação da História Dietética. Dos idosos entrevistados, 70% eram mulheres; 48,5% possuíam entre 60 e 69 anos; 68,8% possuíam menos de 8 anos de escolaridade; 39,0%, renda familiar entre 2 e 5 salários mínimos; e 58,4% não praticava exercício físico. A hipertensão foi a doença mais prevalente, e 54,9% dos idosos estavam abaixo do peso. Os homens consumiam mais calorias, proteínas, fibras, minerais e vitaminas do que as mulheres. O consumo de carboidrato e cálcio aumentou conforme o avanço da idade, assim como diminuiu a ingestão de zinco. A prática de exercício físico elevou o consumo de calorias, magnésio, potássio e fósforo. Quanto maior a escolaridade, maior é o consumo de vitaminas B6 e B12; quanto maior a renda familiar, maior o consumo de vitamina B6 e ácido fólico. Os resultados demonstram que há deficiências nutricionais na alimentação diária da nossa população de idosos, principalmente entre as mulheres e os indivíduos acima de 80 anos.

  12. Circulação e consumo de telenovela: Passione num cenário multiplataforma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilda Jacks

    2013-01-01

    Full Text Available A proposta deste artigo é discutir a circulação e o âmbito do consumo da telenovela Passione, tendo como ponto de partida a esfera da recepção. Para tanto, empreendeu-se um estudo focado nas plataformas digitais Twitter, Orkut, Facebook e Blogs, ambientes nos quais os receptores repercutem a trama e fazem circular novos produtos referentes à novela. Os resultados nos permitem inferir que a forma de consumir e de ser receptor se modifica no atual contexto de convergência em que mídias e indivíduos estão inseridos

  13. Hábitos alimentares e fatores de risco para aterosclerose em estudantes de Bento Gonçalves (RS Dietary habits and risk factors for atherosclerosis in students from Bento Gonçalves (state of Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hosana Maria Speranza Cimadon

    2010-08-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A doença cardiovascular aterosclerótica inicia seu processo na infância precoce e é influenciada ao longo da vida por fatores genéticos e exposição ambiental a fatores de risco potencialmente modificáveis. OBJETIVO: Investigar a prevalência de fatores de risco para aterosclerose com ênfase nos hábitos alimentares em uma cidade de colonização predominantemente italiana. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, envolvendo 590 estudantes do ensino fundamental com idades entre 9 e 18 anos, com amostra por conglomerado. Foram coletados: dados de identificação, história familiar e história pregressa, além das informações referentes à alimentação dos estudantes. Os hábitos alimentares considerados inadequados incluíram: consumo de fast food, guloseimas, bebidas açucaradas e gorduras de origem animal por quatro ou mais vezes por semana e frutas, hortaliças e leguminosas por menos de quatro vezes por semana. RESULTADOS: A prevalência de excesso de peso entre os estudantes foi 24,6% (n=145; pressão arterial elevada, 11,1% (n=65; tabagismo passivo, 35,4% (n=208; estilo de vida sedentário, 52,3% (n=306; história familiar doenças 1º grau: hipertensão arterial sistêmica, 21,4% e obesidade, 36,5%. Alimentos consumidos por quatro ou mais vezes por semana: fast food, 70,3% (n=411; guloseimas, 42,7% (n=252; bebidas açucaradas, 71% (n=419; e gorduras de origem animal, 24,4% (n=143. Alimentos consumidos por menos de quatro vezes por semana: frutas, 36,8% (n=215; hortaliças, 49,5% (n= 292 e leguminosas, 63,7% (n=374. CONCLUSÃO: São necessárias intervenções que promovam mudanças nos hábitos alimentares dos estudantes: maior consumo de frutas, hortaliças e leguminosas e aumento do nível de atividade física.BACKGROUND: Atherosclerotic cardiovascular disease begins its process in early childhood and is influenced throughout life by genetic factors and environmental exposure to potentially modifiable

  14. PERSONALIDADE E CONSUMO ECOLOGICAMENTE CONSCIENTE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio Augusto Gonçalves

    2008-08-01

    Full Text Available Adotando-se como moldura teórica o Modelo Meta-teórico de Motivação e Personalidade (MOWEN, 2000, investigou-se a relação entre personalidade e consumo ecologicamente consciente. Por meio de um levantamento com uma amostra de 735 pessoas, obteve-se razoável sustentação empírica para um modelo em que os traços de personalidade explicam percentual considerável da variância do consumo ecologicamente consciente (R2 = 33%, interpretado como traço superficial da personalidade do consumidor. No modelo estimado, construtos relacionados ao cuidado com problemas ambientais são interpretados como traços situacionais, que remetem a traços mais profundos de personalidade. O significado dos resultados é avaliado conforme seu potencial em sustentar intervenções educacionais para promover o comportamento ecologicamente consciente.

  15. en productos de gran consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Llorens Marín

    2006-01-01

    Full Text Available El objetivo de la investigación es manifestar los efectos reales de la promoción de ventas en productos de gran consumo (FMCG. Para contrastar las hipótesis planteadas en relación con la falta de relevancia de la actividad promocional en la evolución de la cuota de marca, tanto en el corto como en el largo plazos, se desarrolla un modelo de ecuaciones estructurales con datos de la categoría de whisky estándar. Se intenta explicar el origen del incremento de ventas por actividad promocional en categorías maduras, como un anticipo de la compra, y se confirma la importancia de variables comerciales como diferencial de precio y presencia de marca en el surtido, como fundamentales para la explicación de la evolución de la cuota de marca. Las conclusiones alcanzadas son muy relevantes para el sector de productos de gran consumo, y para la relación de poder entre fabricantes y detallistas.

  16. Aspectos da midiatização de classe e consumo na telenovela: a representação da mulher empreendedora de Paraisópolis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Mauro

    2016-12-01

    Full Text Available Com base no conceito de midiatização de classe e consumo, este artigo objetiva refletir sobre a imagem da mulher popular empreendedora na telenovela, considerando a produção verbal e visual. Com análise de cena específica da confeiteira Paulucha de I Love Paraisópolis (2015, busca-se levantar os possíveis sentidos discursivos no ritual de preparo alimentar da personagem, em interdiscursividade com a mídia e o contexto social. A análise toma como referência teórica o ethos discursivo.

  17. Comparação do padrão alimentar de mães de baixo nível sócio-econômico durante a fase de lactação e após o desmame Comparison of the alimentary habits of mothers of low socioeconomic level before and after weaning, in S. Paulo city (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliete Salomon Tudisco

    1985-04-01

    Full Text Available Analisou-se a ingestão de alimentos de 190 mães de baixo nível sócio-econômico, residentes no município de São Paulo, SP (Brasil em dois momentos; durante a fase de lactação (Inquérito I e após o seu término (Inquérito II. Para caracterizar o padrão alimentar do grupo e dimensionar o risco, utilizou-se o inquérito alimentar recordatório de 24 horas. Os resultados mostraram que o padrão alimentar das mães é constituído por alimentos pertencentes aos grupos de protetores (feijão, leite C e carne de vaca; reguladores (banana, laranja, alface e tomate e energéticos (arroz, pão, batata, macarrão, açúcar refinado e óleo vegetal, indicando uma dieta qualitativamente adequada. Encontrou-se, ainda, diferença estatisticamente significante no consumo de leite, feijão e café nos dois momentos analisados, indicando um maior consumo do primeiro durante o aleitamento natural (Inquérito I e um aumento na ingestão de feijão e café após o desmame (Inquérito II. Além disso, o déficit apresentado no Inquérito I foi na maioria das vezes calórico-protéico, enquanto que no Inquérito II foi predominantemente calórico, verificando-se que a amostra analisada representa grupo de risco à desnutrição protéico-calórica.The alimentary conditions of one hundred and ninety low-income parturients from S. Paulo city (Brazil were assessed at two stages: during the breast feeding period (Inquiry I and after it (Inquiry II. The twenty-four hour recall method was used to obtain the alimentary patterns and to estimate the nutritional risk. The results showed that the mother's alimentary pattern consisted of foods belonging to the protectors (beans, milk and meat; regulators (banana, orange, lettuce and tomato and energetics (rice, bread, potatoes, noodles, refined sugar, vegetable oil thus constituting a diet which is qualitatively satisfying. A relevant statistical difference between the two stages that were analyzed, as between the

  18. Interventions to reduce household food insecurity: a synthesis of current concepts and approaches for Latin America Intervenções para reduzir a insegurança alimentar: uma síntese dos atuais conceitos e abordagens para a América Latina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Donald Diego Rose

    2008-08-01

    acordo com contextos específicos, lições valiosas para o êxito das intervenções podem ser aprendidas das experiências dos países de baixa e de alta renda. Este artigo descreve a segurança alimentar nos diferentes contextos nacionais. Os elementos básicos de segurança alimentar, incluindo a disponibilidade de alimentos, o acesso e a utilização são revisados, assim como os desenvolvimentos mais recentes na área, incluindo análises de subsistência, vulnerabilidade e estratégias de gestão de risco. É apresentada uma seleção das intervenções do sector público de segurança alimentar, que se destinam a melhorar a produção agrícola, a aumentar o nível de emprego e da renda familiar, ao desenvolvimento do capital humano e à distribuição de alimentos. Experiências internacionais recentes são utilizadas com o intuito de desenvolver temas para orientação desses tipos de intervenções de segurança alimentar na América Latina. Dentre as quais, se inclui: a importância de que os projetos de auxílio estejam em sinergia com o desenvolvimento em longo prazo, a adaptação das intervenções às necessidades dos contextos específicos e a expansão dos sistemas de informação para apoiar estas atividades. O artigo também descreve a necessidade de melhorar a segurança alimentar sem levar a um excesso de consumo, um problema cada vez mais preocupante, tanto na América Latina como em outros lugares. Finalmente, o desenvolvimento das capacidades locais a partir de ações comunitárias participativas é sugerido, como um meio para melhorar os resultados dos programas assim como assegurar os direitos humanos.

  19. Insegurança alimentar em domicílios brasileiros com crianças menores de cinco anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Poblacion

    2014-05-01

    Full Text Available Este artigo se propõe a estudar o processo de insegurança alimentar e fome em domicílios brasileiros com crianças menores de cinco anos. É um estudo transversal com representatividade nacional executado com dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS-2006 tendo como variável dependente a insegurança alimentar moderada e grave (IAM+G, medida através da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Foram geradas estimativas de prevalência e razão de prevalência com intervalos de 95% de confiança. Os resultados apontam para alta prevalência de IAM+G concentrada nas regiões Norte e Nordeste (30,7%, nas classes econômicas D e E (34% e em beneficiários de Programas de Transferência de Renda (PTR; 36,5%. O modelo de análise multivariada constatou que os riscos sociais (beneficiário de PTR, regionais (Norte e Nordeste e econômicos (classes D e E eram de 1,8, 2,0 e 2,4, respectivamente. Agregando-se os três riscos observou-se que 48% dos domicílios encontravam-se em IAM+G, ou seja, crianças e adultos passaram fome nos três meses anteriores ao inquérito.

  20. Níveis dietéticos de lisina para suínos da raça Landrace dos 15 aos 30 kg Dietary lysine levels for Landrace pigs from 15 to 30 kg

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Moretto

    2000-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar a exigência nutricional de lisina total para suínos da raça Landrace, machos inteiros e fêmeas, de 15 a 30 kg de peso, foram conduzidos dois experimentos. Utilizaram-se 50 fêmeas no experimento I e 50 machos inteiros no experimento II, em delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos, cinco repetições e dois animais por unidade experimental, em cada experimento. Os tratamentos consistiram de uma ração basal suplementada com cinco níveis de L-lisina.HCl, resultando em rações com 0,85; 0,95; 1,05; 1,15; e 1,25% de lisina, em ambos os experimentos. No experimento I, o consumo de ração médio diário não foi influenciado pelo nível de lisina das rações. Ganho de peso médio diário, consumo de lisina médio diário e taxa de deposição de proteína na carcaça aumentaram de forma linear com o nível de lisina da ração. Os tratamentos influenciaram de forma quadrática a conversão alimentar, que melhorou até o nível de 1,08% de lisina. No experimento II, os tratamentos não influenciaram o consumo de ração médio diário e a conversão alimentar. Constatou-se efeito quadrático dos níveis de lisina sobre ganho de peso médio diário, consumo de lisina médio diário e taxa de deposição de proteína na carcaça. Os melhores resultados de ganho de peso foram observados no nível de 1,08% de lisina. A exigência de lisina total na ração, para a fase inicial de desenvolvimento (15 a 30 kg, foi de 1,08%, para ambos os sexos.Two experiments were carried out to determine the total lysine requirement of purebred Landrace swine, males and females, from 15 to 30 kg live weights. Fifty females and fifty males were used in a randomized complete block design, with five treatments, five replications and two animals per experimental unit, in the experiments I and II, respectively. The treatments consisted of a basal diet, supplemented with five levels of L-lysine.HCL, resulting in diets with

  1. Reflexões metodológicas para o estudo das práticas alimentares Methodological approaches on the studies of food practices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jean-Pierre Poulain

    2003-12-01

    Full Text Available A alimentação humana, envolvendo aspectos psicológicos, fisiológicos e socioculturais, é um fenômeno de grande complexidade e, em assim sendo, o estudo das práticas alimentares tem suscitado o desenvolvimento de instrumentos e métodos no interior de várias disciplinas. Neste artigo, que apresenta a alimentação humana sob abordagem da Sociologia e da Antropologia, definem-se as diferentes dimensões do espaço social alimentar, desde o registro do consumo alimentar até os processos de diferenciação social envolvendo as formas de cozinhar, as formas de consumir e a temporalidade. Analisam-se os diferentes tipos de dados que podem ser utilizados, tomando-se o cuidado de distinguir os dados comportamentais (que podem ser obtidos tanto pela observação quanto pela declaração dos dados de representação. Apresentam-se, em seguida, os diferentes instrumentos de coleta e as vias de entrada no fenômeno alimentar. Esses instrumentos metodológicos, construídos no interior de um quadro teórico-sociológico, são propostos aos pesquisadores da área, objetivando a construção de uma possível visão comum, que proporcione uma abordagem pluridisciplinar do fato alimentar.Human nutrition is a very complex phenomenon as it invites at the same time the physiology, the psychology and the socio-cultural. That's also why food practice measures have caused the development of tools and methodologies within several disciplines. This article presents the approach of sociology and anthropology. It defines first of all the different dimensions of the social food space; from the eatable order to the process of social differentiation via the culinary, the consumption forms and the temporality. It analyses in detail the data types which can be used taking care in distinguishing the behavioural data that can be obtained either by observation or by declaration from the representation data. It presents the different collect tools and the ways of entry in

  2. Compulsão alimentar e obesidade no climatério: uma revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciéli Aline Conte

    2014-12-01

    Full Text Available O climatério é uma fase de mudanças distintas na vida das mulheres caracterizada principalmente pelo hipoestrogenismo, por muitas mudanças fisiológicas e sintomas diversos. Devido à importante relevância desse tema à sociedade, buscou-se abordar a relação entre a compulsão alimentar e a obesidade no climatério. Foi realizada uma revisão de literatura por meio de busca científica de meio eletrônico e livros, a partir do ano de 2003, nas fontes de dados: Scientific Electronic Library Online (SciELO, Biblioteca Regional de Medicina (BIREME, Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde (LILACS e Google Acadêmico. O sobrepeso e a obesidade são mais prevalentes no climatério, sendo a alimentação e o estilo de vida diretamente ligados a esses fatores. A ansiedade e o estresse podem dar origem a um problema muito comum e que repercute diretamente na alimentação e na não adesão às intervenções nutricionais: a compulsão por alimentos, conhecida como transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP. O climatério provoca o aumento da ansiedade e labilidade emocional pelo hipoestrogenismo, e o alívio da ansiedade ou estresse se dá, na maioria das vezes, pelo consumo de comida, o que favorece a obesidade e o aparecimento do TCAP.

  3. Consumo de Camellia sinensis em população de origem oriental e incidência de doenças crônicas Camellia sinensis consumption by an Asian-Brazilian population and incidence of chronic diseases

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Faria

    2006-04-01

    Full Text Available Investigar os prováveis benefícios dos hábitos culturais orientais, incluindo o consumo de Camellia sinensis (chá verde na prevenção de doenças crônicas. Trinta e quatro indivíduos entre 25 e 84 anos, de ambos os sexos, pertencentes à comunidade nipônica do Rio de Janeiro, RJ, foram submetidos a anamnese alimentar e questionário socio-econômico-cultural. Dos indivíduos, 76% consumiam chá verde, sendo que 35% o ingeriam diariamente e 27% esporadicamente. Verificou-se que o consumo regular de álcool era predominante nos não usuários de chá verde, quando comparados com os apreciadores da bebida (50% e 35%, respectivamente, faziam uso de álcool. Não foi observado sedentarismo na amostra. Dos apreciadores do chá, 81% não apresentavam doenças crônicas. Já entre os consumidores, observamos um menor percentual de doenças crônicas, especialmente, de hipertensão, porém sem significância estatística.To investigate the probable benefits of Asian dietary habits, including the intake of Camellia sinensis (green tea, in preventing chronic-degenerative diseases. Thirty-four individuals aging from 25 to 84 years from a Japanese community in Rio de Janeiro answered a socioeconomic-cultural questionnaire. Seventy-six percent of the individuals consumed green tea, where 35% consumed it daily and 27% consumed it sporadically. The regular intake of alcohol predominated among the non-consumers of green tea, when compared with green tea consumers (50% and 35%, respectively consumed alcoholic beverages. None of the individuals in the sample had a sedentary lifestyle. Among the individuals who consumed green tea, 81% did not have any chronic illnesses. The consumers of tea presented a lower incidence of chronic diseases, especially hypertension, but it was not statistically significant.

  4. Efeitos do consumo de probióticos, prebióticos e simbióticos para o organismo humano = Effects of probiotics, prebiotics and synbiotics consumption on the human organism

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raizel, Raquel

    2011-01-01

    Full Text Available Introdução: Vários fatores alteram a qualidade da vida moderna, de forma que a preocupação com a alimentação faz a sociedade conhecer cada vez mais a importância dos alimentos que auxiliam na promoção da saúde, pois diversas são as doenças que podem ser minimizadas com a adoção de bons hábitos alimentares. A suplementação da dieta com probióticos e prebióticos pode assegurar o equilíbrio ao intestino humano, e assim desempenhar papel fundamental na nutrição. Objetivo: Este artigo objetivou revisar os efeitos do consumo de probióticos, prebióticos e simbióticos, os tipos e quantidades indicadas, bem como o uso prolongado destes. Materiais e Métodos: Utilizou-se o método de revisão sistemática, sendo pesquisados artigos científicos, legislação pertinente ao tema, bem como livros publicados no período de 1990 a 2010. Os trabalhos científicos foram pesquisados nas bases de dados: PubMed, HighWire, EBSCOhost, Scielo, Bireme e Lilacs, utilizando os descritores: prebióticos, alimentos funcionais, probióticos e simbióticos nos seguintes idiomas: inglês, espanhol e português. Resultados: Foram analisadas ao todo, 46 referências relativas aos alimentos funcionais em geral e destes, poucos realizaram estudos clínicos randomizados e controlados. Conclusões: Embora o consumo de probióticos, prebióticos e simbióticos favoreça uma série de benefícios para a saúde, ainda há a necessidade de estudos futuros com melhor delineamento experimental para verificar com maior precisão os efeitos sobre o organismo, bem como a determinação de dosagens adequadas e possíveis efeitos colaterais

  5. Estudo piloto sobre alimentos que devem ser evitados nos portadores de psoríase Pilot study on which foods should be avoided by patients with psoriasis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moira Festugato

    2011-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTOS: Psoríase é uma doença inflamatória crônica, sistêmica, mediada por fatores imunológicos. Serão abordados os alimentos que atuam sobre estes fatores, contribuindo para a psoríase. Como doença sistêmica, que compartilha o mesmo substrato fisiopatológico com outras comorbidades, a dieta alimentar também leva à piora das comorbidades. OBJETIVO: Destacar um grupo de alimentos que pode atuar como um fator de manifestação e/ou agravo da psoríase e ao mesmo tempo viabilizar estratégias individuais para alimentos que devam ser introduzidos. MÉTODOS: 43 pacientes foram selecionados, com diversas formas de psoríase (exceto psoríase pustulosa e eritrodérmica, e responderam a um questionário sobre seus hábitos alimentares na primeira consulta, focando a atenção no consumo de café preto, chá preto, chocolate, mate, pimenta, defumados, carne de gado e realçador de sabor (glutamato monossódico. Na sequência, o paciente foi orientado a suspender bebidas com qualquer percentagem alcoólica e o tabagismo. RESULTADO: A carne de gado é o alimento mais consumido pelos pacientes seguida por: realçador de sabor (glutamato monossódico, que existe nos alimentos industrializados, mate e café preto, chocolate, defumados, pimenta e chá preto. 88,37% notaram diminuição das escamas e eritema, surtos mais brandos durante o ano e melhora da qualidade de vida; 11,63% (5 pacientes não notaram repercussões na pele. CONCLUSÃO: Foi observada ingestão dietética precária nos pacientes com psoríase. Além de uma orientação científica adequada, o paciente necessita de uma ação educativa frente aos seus hábitos alimentares para uma melhoria da qualidade de vida e como coadjuvante na terapia medicamentosa empregada.FUNDAMENT: Psoriasis is a chronic inflammatory systemic disease mediated by immune factors. We will explore the foods that act on these factors contributing to psoriasis. As a systemic disease, which shares the

  6. Rischi connessi al consumo di OGM: un modello animale

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Orsini

    2003-05-01

    Full Text Available

    Obiettivi: materie prime e derivati da organismi geneticamente modificati (OGM sono autorizzati e regolamentati sia per il consumo umano, che per quello animale. Sono stati svolti da alcuni autori lavori che evidenziano la permeabilità della barriera intestinale di mammiferi a molecole di DNA di dimensioni superiori ad 1 kB. Tali molecole (non necessariamente provenienti da OGM una volta attraversata la barriera rimangono nei tessuti, fino alla loro completa degradazione. Non ci sono comunque prove di funzionalità del DNA ingerito e recuperato nei tessuti. Lo scopo è stato quello di valutare la presenza di DNA, in tessuti di pesci di allevamento, nutriti con mangimi a base di soia.

    Metodi: campioni di mangime ed esemplari di pesci sono stati raccolti in alcuni allevamenti del centro Italia. Il contenuto di soia OGM nei mangimi è stato quantificato mediante real time PCR. Frammenti di vari organi sono stati prelevati dagli esemplari e sottoposti ad estrazione di DNA. La presenza di frammenti di geni vegetali e transgeni è stata valutata mediante specifiche reazioni di PCR.

    Risultati: il 90% dei mangimi raccolti è risultato OGM positivo in misura variabile tra lo 0.5% ed il 60%. Sono stati analizzati 75 pesci (spigole e orate provenienti da 5 allevamenti. Non è stata riscontrata presenza di DNA esogeno nei tessuti analizzati tranne deboli segnali positivi nel tessuto intestinale. Questo dato è presumibilmente da imputare alle difficoltà di ottenere preparazioni di DNA intestinale prive di contaminazione alimentare.

    Conclusioni: i risultati ottenuti non rilevano attraversamento della parete intestinale da parte del DNA ingerito. Le motivazioni del disaccordo con i dati di letteratura possono essere ricercate nella scelta del modello ittico, distante dai mammiferi sia in termini filogenetici quanto in modalità alimentari. Il destino del DNA ingerito

  7. Transtornos alimentares: patologia ou estilo de vida? Eating disorders: disease or life style?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-01-01

    Full Text Available A internet se apresenta como um novo espaço de reconfiguração das relações sociais, por isso jovens com transtornos alimentares vêm utilizando-a como forma de expressão, através das comunidades pró-anorexia e bulimia. Este artigo visa compreender a diferença entre o discurso hegemônico e a crença destas jovens, a partir das teorias antropológicas sobre a influência da cultura na saúde e na doença, da teoria da bioascese e das teorias feministas. Usando a interpretação de sentidos, percebe-se que os transtornos alimentares são considerados estilos de vida, nos quais se busca fugir ao sofrimento através do controle dos corpos e dos desejos. Há uma trama entre controle, poder e dominação, no qual as jovens pleiteiam autonomia e independência, a sociedade define e normatiza seus corpos, e dessa forma, impõem uma dominação, e os profissionais, baseados nos discursos da saúde, intentam ensiná-las como controlá-los, exercendo, de certa forma, um poder sobre o outro.The internet is a new space of reconfiguration of the social relationship therefore young people with eating disorders have been using the net as a way of expressing themselves, through the pro-anorexia and bulimia communities. This paper attempt to understand the difference between hegemonic approaches and the belief of these young people, from anthropological theories about the health and the disease, the bioascese and feminist theories. Using the interpretation of meanings it's noticed that the eating disorders are considered lifestyles whereby we seek to escape the suffering through the control of bodies and desires. There is a plot between control, power and domination, in which young people plead for autonomy and independence, the society defines and regulates their bodies, and thus impose a domination, and the professionals having the health discourses as bases, intend to teach them how to control their bodies, exerting somewhat a power over the other.

  8. Direito à Saúde: demanda por suplementos alimentares no Tribunal de Justiça de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pollyana Rodrigues Pinheiro Dias

    2015-09-01

    Full Text Available No Brasil, os direitos fundamentais foram positivados na Carta Magna de 1988. Isso significou um grande avanço para a defesa da saúde, pois passou a ser protegida juridicamente e várias obrigações foram estabelecidas para os agentes públicos. O Sistema Único de Saúde tem encontrado fatores limitadores, devido a sua extensão e complexidade, não materializando todos dos preceitos constitucionais. O Judiciário é acionado para obrigar o Executivo a prestar ações e serviços de saúde, conforme a Constituição, fazendo surgir o fenômeno da judicialização no Brasil. No ano de 2010, a Emenda Constitucional nº 64, inseriu no rol de direitos fundamentais o direito à alimentação. O presente trabalho apresenta os resultados de pesquisa que analisou nos anos de 2009 a 2011, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, as ações que pleiteavam suplemento alimentar para portadores de alergia alimentar. Concluiu-se que a EC 64/2010 não influenciou as decisões nas demandas dos mandados de segurança ou o aumento do número de ações mandamentais impetradas

  9. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Helena Simões-Barbosa

    Full Text Available Resumo: O artigo discute o abuso de drogas e os transtornos alimentares sob as perspectivas críticas de gênero e do cuidado em saúde. Postula-se que o sofrimento subjetivo pode se expressar no corpo por meio das doenças psicossomáticas. Nessa perspectiva, a insaciável fome consumista das drogas ou de bens supérfluos, bem como o adoecimento pela fome voluntária em busca de um ideal de esbeltez, como na anorexia e bulimia, podem ser sintomas que denunciam o sofrimento feminino. Uma revisão nos campos da saúde coletiva e das teorias feministas destaca a magnitude dos fenômenos da medicalização e mercantilização da saúde presentes na psiquiatrização do mal-estar feminino. Na transição de gênero das sociedades capitalistas, as cobranças sociais pelo desempenho dos velhos e novos papéis femininos acentuam sentimentos de inadequação, traduzidos no mal-estar de gênero que circunda o abuso de drogas e os transtornos alimentares, analisados como patologias de protesto. Propõe-se o resgate do ideário do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, orientado pela integralidade, para enfrentar tais desafios.

  10. Eficiência alimentar em vacas leiteiras recebendo concentrado em diferentes níveis e associado ou não a própolis

    OpenAIRE

    Stelzer,Fábio Selva

    2007-01-01

    O presente trabalho foi realizado no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa com o objetivo de avaliar a resposta de vacas lactantes a dois níveis de concentrado e presença ou ausência de extrato etanólico de própolis na dieta, sobre o consumo e digestibilidade aparente dos nutrientes, produção e composição do leite, peso vivo, eficiência alimentar e eficiência da utilização do concentrado para produção de leite. Foram utilizadas oito vacas da raça Holandesa, distribuídas ...

  11. La aplicación Spotify. Un nuevo modelo de consumo musical vía streaming

    OpenAIRE

    Pérez Lecaros, Manuel Alejandro

    2014-01-01

    El mundo en el que vivimos actualmente se caracteriza por estar inmersos en la Sociedad Red, red que conecta a millones de personas de manera rápida, instantánea y ubicua. La evolución de las tecnologías de la información, en concreto los smartphones han hecho que nuestros hábitos de consumo y estilos de vida se vean modificado en periodos muy cortos de tiempo. Dentro de estos cambios producidos nos encontramos con el consumo de música vía streaming. Entre las diferentes plataformas existente...

  12. Autoestima, insatisfação corporal e internalização do ideal de magreza influenciam os comportamentos de risco para transtornos alimentares?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2015-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi verificar a influência da autoestima, da insatisfação corporal e da internalização do ideal de magreza nos comportamentos de risco para transtornos alimentares de adolescentes do sexo feminino. MÉTODOS: Participaram do estudo 471 jovens. Utilizou-se a Escala de Autoestima de Rosemberg, o Body Shape Questionnaire e o Sociocultural Attitudes Towards Appearance Questionnaire-3 para avaliar autoestima, insatisfação corporal e internalização do ideal de magreza, respectivamente. As subescalas do Eating Attitudes Test foram utilizadas para avaliar os comportamentos de risco para transtornos alimentares. RESULTADOS: Os resultados indicaram influência dos escores do Body Shape Questionnaire (p0,05. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a insatisfação corporal e a internalização do ideal de magreza influenciam os comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes do sexo feminino, fato que não foi evidenciado para a autoestima.

  13. Sobre o condicionamento alimentar na cochonilha-branca, Planococcus citri (Risso (Hemiptera: pseudococcidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lenira Viana Costa Santa-Cecília

    2013-03-01

    Full Text Available Estudos do comportamento alimentar mediante a técnica de "Electrical Penetration Graphs" (EPG das cochonilhas-farinhentas (Pseudococcidae provenientes de um hospedeiro de criação alternativo têm mostrado que esses insetos não atingem ou demoram cerca de 9 horas para alcançar a fase floemática. Por outro lado, aqueles provenientes do hospedeiro-fonte atingem a fase floemática mais rapidamente e apresentam maior frequência de alimentação nos vasos crivados. Esses resultados indicam a presença do fenômeno de condicionamento alimentar, ainda não demonstrado em cochonilhas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo determinar a existência desse fenômeno em Planococcus citri (Risso (Hemiptera: Pseudococcidae. Foram realizados testes de livre escolha, monitoramento eletrônico (EPG e estudos de alguns parâmetros biológicos. Em todos os experimentos, o cafeeiro (Coffea arabica L., os citros (Citrus sinensis L. e abóbora (Cucurbita maxima L. foram utilizados como substratos de criação (fonte da cochonilha, sendo os tratamentos constituídos pela combinação entre os hospedeiros-fonte e os hospedeiros receptores (café e citros. O teste de escolha entre cafeeiro e citros nas primeiras 72 horas mostrou que as cochonilhas criadas em cafeeiro apresentaram preferência pelo cafeeiro; aquelas originadas dos citros mostraram uma tendência, embora não significativa, em selecionar os citros em relação ao cafeeiro e aquelas criadas em abóbora não mostraram preferência por nenhum dos hospedeiros. Os estudos do comportamento alimentar mediante o monitoramento eletrônico (EPG mostraram que a fase floemática, considerada como a fase de aceitação do hospedeiro, foi mais frequente em cafeeiro, seja com cochonilhas oriundas deste substrato, seja de citros. Aqueles insetos mantidos em abóbora e transferidos para o cafeeiro ou citros apresentaram excepcionalmente ou não apresentaram nenhuma fase floemática, respectivamente. A

  14. Luis E. Alonso, La era del consumo

    OpenAIRE

    Montes Ceballos, Aroa

    2008-01-01

    En este libro, compendio de diversos artículos sobre consumo que el autor ha publicado en distintas revistas de Sociología en los últimos años (Revista Española de Sociología, RIS y varias publicaciones del CIS, entre otras), Luis Enrique Alonso aborda la cultura del consumo de una manera histórica, concreta, estudiando las prácticas de los grupos sociales reales. Desde esta perspectiva, analiza la cultura del consumo en su etapa actual, como corolario de un ciclo evolutivo que co...

  15. Síndrome de Cotard: dois casos de recusa alimentar

    OpenAIRE

    Teixeira, B.; Araújo, AF; Perestrelo, J

    2015-01-01

    Introdução: A Síndrome de Cotard é uma condição clínica relativamente rara que se caracteriza por vários graus de delírios niilistas, quase sempre na forma de auto-negação. Objectivos: Descrever dois casos de Síndrome de Cotard associados a recusa alimentar e realizar uma revisão do conceito e das características clínicas desta síndrome. Métodos: Realizou-se a recolha de informa- ção de dois casos clínicos associados a recusa alimentar. Procedeu-se a uma revisão ...

  16. Avaliação do consumo de corantes artificiais por lactentes, pré-escolares e escolares Evaluation of artificial dye intake by children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Pinheiro Alves Schumann

    2008-09-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi avaliar o consumo, por 150 crianças de até 10 anos, de pó para gelatina, preparado sólido para refresco e refrigerante. Foi feita aplicação de questionário de freqüência quantitativa e qualitativa com população infantil atendida no ambulatório de pediatria do Hospital Universitário Gafrée Guinle, Rio de Janeiro. Os dados foram tratados estatisticamente pelo programa SPSS 8.0. Verificou-se que os alimentos pesquisados são ampla e freqüentemente consumidos, sendo introduzidos na dieta, em muitos dos casos, antes da criança completar 1 ano de idade. Sabe-se que os produtos estudados não são adequados nutricionalmente, pois apresentam, além dos corantes, outros aditivos alimentares e não contêm nenhum nutriente importante para o funcionamento do organismo. Em relação aos corantes presentes nos produtos mencionados pela população estudada, constatou-se que os mais informados na rotulagem destes produtos, no item ingredientes, são amarelo crepúsculo, tartrazina e amaranto. Estimando que o teor dos corantes nos alimentos analisados esteja no limite máximo permitido pela legislação, observou-se que a grande maioria das crianças avaliadas pode estar excedendo a ingestão diária aceitável para o corante amaranto e que cerca de 20% da população pode estar excedendo o consumo recomendado para o amarelo crepúsculo. É importante que os valores máximos permitidos de corantes em alimentos, no Brasil, sejam adequados às recomendações realizadas pelo órgão internacional que avalia a segurança dos aditivos, e que ações educativas sejam realizadas.This study aimed at evaluating the intake of solid jelly powder, solid juice powder and soft drinks by children. The intakes were estimated through the application of a quantitative and qualitative food frequency questionnaire. The study was pursued in the pediatric nutrition ambulatory of Gaffrée Guinle University Hospital in Rio de

  17. Comportamento alimentar e imagem corporal entre estudantes de medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Magalhães Bosi

    Full Text Available Transtornos do comportamento alimentar (TCA tendem a ocorrer entre mulheres jovens, colocando universitárias como grupo de risco. Este estudo visa identificar comportamentos alimentares e imagem corporal como fatores de risco para TCA em estudantes de Medicina. É um estudo transversal com amostra aleatória representativa,que utilizou o índice de massa corporal (IMC autorreferido; o BodyShapeQuestionnaire (BSQ ; o BulimicInvestigatory Test Edinburgh (Bite ;e o EatingAttitudes Test (EAT-26 . A estatística foi descritiva,com teste do qui-quadrado e Anova,e nível de significância p<0,05. Asmédias(DP de idade e IMC foram20,8 (2,2 anos e 21,5 (2,6 kg/m². As prevalências foram: 27,7% apresentaram distorção da imagem corporal pelo BSQ; 31,7% expressaram comportamento alimentar anormal e 6,3% com risco para bulimia pelo Bite, sendo que 7,9% apresentaram sintomas com gravidade moderada/intensa; 19% tiveram risco de desenvolver distúrbios alimentares pelo EAT-26. Houve associação significativa entre IMC, imagem corporal e risco para TCA. Alunas de Medicina apresentaram risco subclínico ou estágio inicial de TCA e precisam de atenção para que estes distúrbios não prejudiquem sua saúde e prática profissionais.

  18. Padrão alimentar de idosos de diferentes estratos socioeconômicos residentes em localidade urbana da região sudeste, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Najas Myrian Spinola

    1994-01-01

    Full Text Available Foram estudados 283 idosos do sexo masculino e feminino pertencentes ao projeto multicêntrico "Identificação de Necessidades dos Idosos Residentes em Zona Urbana do Município de São Paulo", estratificados por nível socioeconômico em três regiões do Município de São Paulo, SP - Brasil. Utilizou-se o método de freqüência de alimentos para se obter o padrão alimentar do grupo analisado. Os resultados indicam que no grupo de alimentos energéticos, mais de 90% dos indivíduos das três regiões ingerem feculentos, arroz, pão e macarrão; porém, apenas o arroz e o pão são utilizados diariamente. Quanto ao grupo de alimentos protéicos, 70% ou mais dos idosos consomem feijão, carne de boi, aves, leite e ovos, entretanto, no consumo diário, existe uma diferenciação entre as regiões analisadas. Dos reguladores, mais de 85% dos indivíduos têm por hábito consumir frutas, verduras folhosas e legumes, mas, ao se avaliar o consumo diário, verifica-se que a prática é maior na região de melhor nível socioeconômico. As informações dietéticas mostram que os idosos analisados apresentam o mesmo padrão alimentar de outros grupos populacionais no tocante aos alimentos energéticos, porém, diferem quanto aos protéicos e reguladores.

  19. Fruit and vegetable intake by Brazilian adults, 2003 Consumo de frutas e hortaliças na população adulta brasileira, 2003

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Constante Jaime

    2005-01-01

    Full Text Available This study estimated indicators of fruit and vegetable intake by Brazilian adults and examined the influence of demographic and socioeconomic variables on the consumption of these foods. We used the following indicators: daily fruit intake, daily vegetable intake, and daily consumption of five or more servings of fruits and vegetables per day. Only 41.0% of adults reported daily fruit intake, while 30.0% reported daily vegetable intake. Fruit and vegetable intake was more common in urban as compared to rural areas and increased in both genders with age, schooling, and number of household goods. We conclude that initiatives to promote fruit and vegetable consumption are necessary for the country as a whole, but special attention should be given to younger individuals, males, rural communities, and groups with less schooling and lower income.O presente estudo estimou a freqüência e a distribuição do consumo de frutas e hortaliças e analisou a influência de variáveis demográficas e sócio-econômicas na determinação do padrão de consumo desses alimentos na população adulta do Brasil. Os indicadores do consumo alimentar foram: consumo diário de frutas, de hortaliças, consumo diário de frutas e hortaliças e consumo diário de cinco ou mais porções de frutas e hortaliças. Menos da metade (41,0% dos indivíduos adultos refere o consumo diário de frutas enquanto menos de um terço (30,0% refere o consumo diário de hortaliças. O consumo de frutas e hortaliças é maior nas áreas urbanas do que nas áreas rurais e aumenta com a idade e escolaridade dos indivíduos, e com o número de bens no domicílio, em ambos os sexos. Concluímos que iniciativas de promoção do consumo de frutas e hortaliças devem atender a população como um todo, mas que especial atenção deve ser dada a indivíduos jovens, ao sexo masculino, a áreas rurais e aos estratos populacionais com insuficiente escolaridade e baixa renda.

  20. Epidemiologia do consumo de medicamentos no primeiro trimestre de vida em centro urbanodo Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Weiderpass Elisabete

    1998-01-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os poucos estudos existentes apontam para o consumo abusivo de medicamentos em crianças, sendo os médicos os principais responsáveis pela indicação. Para conhecer melhor os padrões de consumo de medicamentos, foi feito estudo em crianças no primeiro trimestre de vida, segundo variáveis sociais, biológicas, padrões alimentares e ultilização de serviços de saúde. MÉTODO: Estudou-se uma amostra de 655 crianças nascidas em 1993, residentes na zona urbana de Pelotas, Brasil. Informações sobre o consumo de medicamentos na quinzena precedente à entrevista foram coletadas ao final do primeiro e do terceiro mês. RESULTADOS: Com um mês, 65% das crianças consumiam medicamentos e com três meses, 69%. Três ou mais medicamentos foram consumidos por 17% das crianças em cada acompanhamento. Combinações de três ou mais fármacos (um indicador de má qualidade do medicamento foram usadas por 14% no primeiro mês e por 19% no terceiro mês. Aos três meses, 20% das crianças consumiam medicamentos cronicamente. Com um mês, os medicamentos mais consumidos foram Cloreto de Benzalcônio + Soro Fisiológico, Dimeticona + Homatropina e Nistatina solução. Aos três meses foram Ácido Acetil Salicílico, Cloreto de Benzalcônio + Soro Fisiológico e Dimeticona + Homatropina. O principal problema referido como motivo de uso foi cólica no primeiro acompanhamento e resfriado, no segundo. Na análise ajustada, o consumo de medicamentos no primeiro mês foi 64% menor para as crianças que tinham três ou mais irmãos menores do que para primogênitos. Crianças não amamentadas ao final do primeiro mês apresentaram um risco 75% maior de haver consumido medicamentos. Resultados semelhantes foram observados para o consumo no terceiro mês. CONCLUSÃO: Desde a mais tenra idade, as crianças são habituadas a conviver com uma medicalização exagerada de sintomas corriqueiros. Não estaria assim sendo preparado o terreno para futuras

  1. Epidemiologia do consumo de medicamentos no primeiro trimestre de vida em centro urbanodo Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabete Weiderpass

    1998-08-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os poucos estudos existentes apontam para o consumo abusivo de medicamentos em crianças, sendo os médicos os principais responsáveis pela indicação. Para conhecer melhor os padrões de consumo de medicamentos, foi feito estudo em crianças no primeiro trimestre de vida, segundo variáveis sociais, biológicas, padrões alimentares e ultilização de serviços de saúde. MÉTODO: Estudou-se uma amostra de 655 crianças nascidas em 1993, residentes na zona urbana de Pelotas, Brasil. Informações sobre o consumo de medicamentos na quinzena precedente à entrevista foram coletadas ao final do primeiro e do terceiro mês. RESULTADOS: Com um mês, 65% das crianças consumiam medicamentos e com três meses, 69%. Três ou mais medicamentos foram consumidos por 17% das crianças em cada acompanhamento. Combinações de três ou mais fármacos (um indicador de má qualidade do medicamento foram usadas por 14% no primeiro mês e por 19% no terceiro mês. Aos três meses, 20% das crianças consumiam medicamentos cronicamente. Com um mês, os medicamentos mais consumidos foram Cloreto de Benzalcônio + Soro Fisiológico, Dimeticona + Homatropina e Nistatina solução. Aos três meses foram Ácido Acetil Salicílico, Cloreto de Benzalcônio + Soro Fisiológico e Dimeticona + Homatropina. O principal problema referido como motivo de uso foi cólica no primeiro acompanhamento e resfriado, no segundo. Na análise ajustada, o consumo de medicamentos no primeiro mês foi 64% menor para as crianças que tinham três ou mais irmãos menores do que para primogênitos. Crianças não amamentadas ao final do primeiro mês apresentaram um risco 75% maior de haver consumido medicamentos. Resultados semelhantes foram observados para o consumo no terceiro mês. CONCLUSÃO: Desde a mais tenra idade, as crianças são habituadas a conviver com uma medicalização exagerada de sintomas corriqueiros. Não estaria assim sendo preparado o terreno para futuras

  2. PERFIL ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE IDOSOS RESIDENTES EM MORADIAS INDIVIDUAIS NUMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA NO LESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LILIAN FERNANDA GALESI

    2009-06-01

    Full Text Available

    Idosos, principalmente os residentes em instituições de longa permanência, merecem atenção, pelo fato de apresentarem dificuldades inerentes à própria idade. A identificação da alimentação desta população é de extrema importância para verificar a sua adequação. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil alimentar e nutricional de 85 idosos, de ambos os sexos, residentes em moradias individuais de uma Instituição de Longa Permanência para idosos. Para a classificação do estado nutricional foi utilizado o Índice de Massa Corporal obtido por meio das medidas antropométricas de peso e estatura. Para a estimativa do consumo alimentar foram utilizados dois recordatórios de 24 horas. Todos os dados foram coletados nas residências dos indivíduos. Para efeito de análise, os idosos foram divididos em grupos segundo o IMC e as diferenças entre os grupos foram avaliadas pela ANOVA, seguida do teste de Tukey. Diante da análise do IMC (kg/m², dos 85 idosos participantes da pesquisa, 47 (55% foram classificados como eutróficos, 23 (27% com excesso de peso e 15 (18% com magreza. Com relação ao consumo alimentar, observou-se ingestão inadequada de energia e de alguns micronutrientes, tais como vitamina C, zinco e folato, quando se compara o ingerido com o recomendado pela Estimated Average Requirement, das DRI’s. Para os micronutrientes, a ingestão inadequada foi quantificada em menor que 50%. Em vista do exposto, esforços contínuos devem ser realizados na vigilância de consumo alimentar das populações idosas.

  3. Comportamento ingestivo, consumo de forragem e desempenho de cabritas alimentadas com diferentes níveis de suplementação Ingestive behavior, forage intake and performance of goats fed with different levels of supplementation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Fernando Adami

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações no comportamento ingestivo, consumo diário de forragem e desempenho de cabritas alimentadas com diferentes níveis de suplementação, em pastagem de aveia‑preta (Avena strigosa, 'IAPAR 61'. Foram utilizadas 36 cabritas da raça Boer, com 10 meses de idade e peso médio inicial de 21 kg, que receberam suplementação alimentar com milho moído e farelo de soja a 0, 0,5, 1 e 1,5% do peso vivo, em pastejo de lotação contínua com taxa de lotação variável. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. Foram avaliados: altura, taxa de acúmulo, massa, oferta e estrutura da pastagem; carga animal; ganho de peso individual e por área; e tempo de pastejo, ruminação e ócio (comportamento ingestivo; além do consumo de forragem. A suplementação diminuiu o consumo de forragem - 2,4, 1,45, 1,43 e 1,05% do peso vivo, nos tratamentos com 0, 0,5, 1 e 1,5%, respectivamente -, o tempo de pastejo diário e o ganho de peso individual. Os níveis de suplementação não alteraram o consumo total de matéria seca (forragem + concentrado e nem o tempo de ruminação, mas aumentaram o tempo de ócio, o que permitiu maior desempenho dos animais por área.The objective of this work was to evaluate changes in ingestive behavior, dry matter intake, and performance of goats fed with different levels of supplementation, in black oat pasture (Avena strigosa, 'IAPAR 61'. Thirty‑six ten‑month‑old Boer goats were used, with an initial average weight of 21 kg, which received supplementation with 0, 0.5, 1 and 1.5% of body weight, in continuous stocking grazing with variable stocking rate. A randomized block design was used with three replicates. Evaluations were done for: height, accumulation rate, mass, offer, and structure of the pasture; stocking rate; individual and per‑area weight gain; and time used for grazing, rumination and resting periods (ingestive

  4. Determinantes de hábitos alimentares em crianças de 0 a 4 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mari Saho

    1990-12-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo principal o estudo dos fatores que influenciam no hábito alimentar das crianças de 0 a 4 anos de idade, nas diversas frações de classes comparando-se com o estado nutricional das mesmas. Com base nos dados obtidos através da aplicação dos questionários e das entrevistas dirigidas às pessoas responsáveis pela alimentação da criança, foi possível efetuar algumas análises estatísticas e a interpretação dos discursos apresentados pelos informantes.

  5. Insegurança alimentar e nutricional e fatores associados em famílias do Núcleo Rural Agrícola Lamarão, no Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Madeira Marquito BASTOS

    2014-06-01

    Full Text Available Segurança alimentar e nutricional (SAN é o direito ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente, não comprometendo outras necessidades essenciais. Este estudo analisou a prevalência de insegurança alimentar e nutricional (ISAN e seus fatores associados em famílias residentes em um núcleo rural agrícola, no Distrito Federal. Trata-se de estudo transversal com amostra sistemática, com intervalo zero, sendo composta por 75 domicílios. A prevalência de insegurança alimentar e nutricional nas famílias foi estimada por meio da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Variáveis socioeconômicas e demográficas também foram avaliadas. O estudo encontrou 50,6% de ISAN, sendo 17,3% moderada e grave. Todas as casas são de alvenaria, com água encanada, energia elétrica e coleta de lixo. Dos domicílios com esgotamento sanitário, 12% eram contemplados com a rede de saneamento básico. A maior parte dos domicílios era própria (82,7%. Havia 29,3% das famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família. A classificação econômica familiar predominante esteve nas classes C/D/E (87,3%. Houve associação significativa entre os níveis de SAN e tipo de domicílio, chefe do domicílio e consumo de hortaliças, frutas, leite e cereais. A prevalência de ISAN entre as famílias do Lamarão demonstra uma possível limitação dessas famílias em relação ao acesso físico e financeiro e à disponibilidade de alimentos com qualidade nutritiva. É importante um olhar aprofundado sobre a garantia da SAN em comunidades rurais e necessário se considerar as associações entre os fatores socioeconômicos, demográficos e de consumo alimentar, que determinam a ocorrência dos diagnósticos de SAN na população.

  6. A lógica do consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Eloy Zaidan

    2017-06-01

    Full Text Available Referência da obra resenhada: LINDSTROM, Martin. A lógica do consumo: verdades e mentiras sobre por que compramos. Tradução: Marcello Lino. Rio de Janeiro: Harper Collins Brasil, 2016.

  7. EDUCACIÓN PARA EL CONSUMO

    OpenAIRE

    Castillejo, J.L.; A. J. Colom; P. Mª Alonso Pérez-Geta; Rodríguez Neira, T.; J. Sarramona; Touriñán, J. M.; G Vázquez

    2011-01-01

    El consumo es un fenómeno de gran peso en la vida actual de los países desarrollados y también de los que están en vías de desarrollo, sinónimo de felicidad y de estatus personal. Por todo ello el consumo merece ser objeto de la educación. En la educación para el consumo resulta clave la implicación familia- escuela, puesto que los padres marcan las primeras pautas en este terreno, junto al contexto social y los medios de comunicación. La educación para el consumo implica información, capacid...

  8. Desenvolvimento, caracterização e análise sensorial de formulações alimentares com proteínas do soro de leite ou albumina para crianças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Andrade BATISTA

    2015-03-01

    Full Text Available O presente trabalho visou verificar a elaboração, a caracterização e a avaliação da aceitação de duas formulações alimentares achocolatadas (uma contendo albumina e a outra, concentrado proteico de soro de leite - WPC para crianças de 7 a 10 anos. O desenvolvimento das formulações baseou-se nas recomendações nutricionais para a faixa etária. Foram avaliados os seguintes parâmetros físico-químicos: composição química, estabilidade, pH, viscosidade e fluidez. A análise sensorial englobou as escalas hedônica de atitude, intenção de consumo e doçura e foi realizada por um grupo de 142 julgadores de um centro universitário, com média de 24,5 ± 7,3 anos de idade e 66,2% do sexo feminino. Todos os dados obtidos foram submetidos à análise estatística, adotando-se p 0,05. Observaram-se 3,88 (albumina e 4,79 (WPC vezes mais proteínas em 100 mL de amostra do que em bebidas comerciais. A primeira formulação mostrou-se mais viscosa (137,33 cP versus 22,33 cP da formulação com WPC e menos fluida (percorreu 40 mL em 69 segundosversus 29 segundos da formulação com WPC. Quanto ao pH, o produto com albumina apresentou característica alcalina (8,60 e o com WPC ácida (6,28. Ambas as formulações permaneceram estáveis e homogêneas após 24 horas de visualização. A análise sensorial mostrou que as formulações foram similares em todos os testes aplicados (p > 0,05, sendo que as características mais bem avaliadas foram o sabor, a textura e a doçura, para ambas. Houve boa aceitação das formulações, com nota mediana de 7 e valores acima de 80% para a soma das respostas positivas nos testes. Conclui-se que as formulações alimentares analisadas apresentaram boas características físico-químicas e mostraram-se equilibradas nutricionalmente, com potencial para comercialização.

  9. Aversão alimentar condicionada para o controle da intoxicação por Ipomoea carnea subsp. fistulosa em caprinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano A. Pimentel

    2013-06-01

    Full Text Available A aversão alimentar condicionada é uma técnica que pode ser utilizada em animais para evitar a ingestão de plantas tóxicas. O presente estudo teve como objetivo testar a eficiência e durabilidade da aversão alimentar condicionada em caprinos para evitar o consumo de Ipomoea carnea subsp. fistulosa. Foram utilizados 14 caprinos jovens da raça Moxotó, que foram adaptados ao consumo da planta. Inicialmente foi administrada I. carnea subsp. fistulosa dessecada e triturada misturada à ração concentrada por 30 dias e, posteriormente, foi fornecida a planta verde por mais 10 dias. Para constatação da adaptação ao consumo da planta os caprinos foram colocados a pastar em um piquete de 510 m² onde tinha sido plantada I. carnea subsp. fistulosa em uma área de 30m² (10 plantas/m². No 42º dia de experimento, após a constatação do consumo espontâneo os animais receberam a planta verde individualmente na baia por alguns minutos, e todos os animais que consumiam qualquer quantidade da planta foram tratados com uma solução de LiCl na dose 175mg por kg de peso vivo. Este procedimento repetiu-se por mais dois dias. Posteriormente, os caprinos foram divididos em dois grupos: Grupo 1 com seis animais, quatro deles avertidos e dois não avertidos (facilitadores; e o Grupo 2, com oito caprinos, todos avertidos. Para constatar a eficiência e duração da aversão e a influência de animais facilitadores na durabilidade da aversão, os caprinos foram colocados a pastar, em dias alternados, três dias por semana, durante duas horas, no piquete plantado com I. carnea subsp. fistulosa. Por 12 meses os animais foram monitorados durante o pastejo, identificando-se o consumo e a preferência dos animais pelas plantas presentes no piquete. No Grupo 1 tanto os caprinos avertidos quanto os não avertidos iniciaram a ingerir a planta em 1-6 semanas e gradualmente foram aumentando a planta consumida, mas nunca a ingeriram exclusivamente. Nenhum caprino

  10. MOTIVAÇÕES DE CONSUMO, BENEFÍCIOS VALORIZADOS E SATISFAÇÃO DOS CONSUMIDORES DE PRODUTOS LÁCTEOS FUNCIONAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo de Carvalho Leite

    2012-04-01

    Full Text Available Nesta pesquisa procurou-se identificar as principais motivações de consumo, benefícios mais valorizados e o grau de satisfação dos consumidores de produtos lácteos funcionais. Uma survey via Internet foi realizada com 423 consumidores. A amostra representa, predominantemente, consumidores do sexo feminino (57,9%, com idade entre 25-44 anos (68,6%, com renda familiar entre 3-10 salários mínimos (48%, com ensino superior (29,8% ou com pós-graduação (70,2%. Os principais resultados auferidos neste estudo indicam que a principal motivação de consumo está relacionada à "manter hábitos de vida saudáveis" e o benefício funcional mais valorizado nessa categoria de produtos é o auxílio no funcionamento do intestino -relacionado ao consumo de fibras alimentares. Finalmente, 54,9% dos consumidores entrevistados declaram-se "satisfeitos" e "muito satisfeitos" com os benefícios percebidos após o consumo dessa categoria de produto.

  11. Hábitos alimentares aterogênicos de grupos populacionais em área metropolitana da região sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salas Martins Ignez

    1994-01-01

    Full Text Available Em amostra representativa da população de duas áreas de estudo (568 indivíduos, Município de Cotia, SP, Brasil, foi realizado inquérito alimentar, baseado na história alimentar do indivíduo. Os objetivos foram: identificar o potencial aterogênico de dietas de diferentes agrupamentos humanos, estratificados em classes sociais e analisar diferenciais de consumo de alguns nutrientes, que conferem aterogenicidade à dieta entre esses agrupamentos. Foram analisados diferenciais de consumo, entre homens e mulheres, segundo classes sociais e tomando-se como referência o percentil 50 (P50 da amostra, dos seguintes constituintes da dieta: energia, proteínas totais, proteínas de origem animal, percentagem de calorias protéicas (P%, ácidos graxos, gorduras, carboidratos. Seguindo esse critério, foram analisados perfis de dieta em relação às recomendações do National Cholesterol Education Program (NEP no que diz respeito às calorias fornecidas pelas gorduras (G >30%, ac. graxos saturados (AGS> 10%, carboidratos (HC>60% e colesterol (>300mg/dia. Os resultados mostraram que os diferenciais de consumo foram mais pronunciados entre os homens do que entre as mulheres. As classes sociais, entre os homens, que apresentaram maiores percentuais acima do P50 da amostra, no que diz respeito à energia , proteínas totais, gorduras e carboidratos, foram as representadas pelos trabalhadores não qualificados, que se dedicam a trabalhos braçais com alto consumo energético e a dos pequenos proprietários e comerciantes. A classe de maior poder aquisitivo e nível educacional apresentou consumo moderado desses constituintes. O consumo de proteínas de origem animal, acima do P50, entre homens e mulheres, guardou relação direta com o nível socioeconômico da classe . A participação calórica das gorduras (G% e proteínas (P% foi diretamente proporcional ao poder aquisitivo da classe, ao passo que a dos carboidratos (HC% guardou relação inversa

  12. EDUCACIÓN PARA EL CONSUMO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. L. Castillejo

    2011-01-01

    Full Text Available El consumo es un fenómeno de gran peso en la vida actual de los países desarrollados y también de los que están en vías de desarrollo, sinónimo de felicidad y de estatus personal. Por todo ello el consumo merece ser objeto de la educación. En la educación para el consumo resulta clave la implicación familia- escuela, puesto que los padres marcan las primeras pautas en este terreno, junto al contexto social y los medios de comunicación. La educación para el consumo implica información, capacidad de análisis crítica de las situaciones y sensibilidad respecto a las consecuencias del consumo desmedido, que pone en peligro la supervivencia misma del planeta. El consumo se enfrenta así con la escala de valores que la educación debe defender.

  13. CONSUMO DE DROGAS EN ADOLESCENTES ESCOLARIZADOS INFRACTORES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José-María Faílde Garrido

    2015-01-01

    Full Text Available En las últimas décadas ha habido un interés creciente en la investigación acerca del consumo de drogas en los adolescentes. Sin embargo, es muy poco lo que conocemos sobre el consumo de sustancias en adolescentes infractores. Este estudio tiene como objetivo describir los patrones de consumo de drogas en adolescentes infractores de Galicia escolarizados en 4.º de Educación Secundaria Obligatoria (ESO y compararlos con los de estudiantes no infractores de su mismo nivel educativo y edad. La muestra total fue de 491 participantes, de los cuales 92 eran adolescentes infractores y 399 adolescentes no infractores. Los resultados indican diferencias estadísticamente significativas en el consumo de sustancia entre ambos grupos, siendo más elevado en los adolescentes infractores. Asimismo, se han detectado diferencias significativas en el porcentaje de policonsumidores, en el número de sustancias consumidas y en la edad de inicio de consumo de sustancias. En conclusión, los resultados ponen en evidencia la necesidad de intervenciones educativas dirigidas a prevenir el consumo de drogas en este colectivo.

  14. Consumo de antimicrobianos en APS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Cristina Lara Bastanzuri

    2003-08-01

    Full Text Available Con el propósito de describir el patrón de uso de los medicamentos para el tratamiento con antimicrobianos en APS en Cuba en el período de 1989 al 2000, se diseñó un estudio descriptivo, observacional y retrospectivo clasificado dentro de los estudios de utilización de medicamentos como de consumo. Para ello se calcularon las dosis diarias definidas cada día de determinado fármaco de los grupos clasificados según ATC como tetraciclinas, anfenicoles, penicilinas de amplio espectro, cefalosporinas, sulfonamidas y trimetoprim, macrólidos, estreptomicinas y quinolonas. Además, se tomaron las cifras de pacientes inscriptos a penicilina benzatínica y se comparó con la población expuesta obtenida a partir de las DHD. Las penicilinas son las de mayor consumo con tendencia al aumento, igual que los aminoglucósidos, mientras que la tetraciclina presenta cifras mayores de DHD. La tendencia del cloranfenicol es a disminuir. La población expuesta está muy por debajo de los pacientes inscriptos en penicilina benzatínica y las líneas de tendencia no son similares. Excepto la docixiclina, el resto de los antimicrobianos recomendados en la Guía Terapéutica para APS se encuentran en el Listado Básico de Medicamentos del país para el nivel primario de atención médica.With the objective of describing the pattern of drug use in antimicrobial-based treatment in the primary health care in Cuba from 1989 to 2000, we designed a retrospective descriptive and observational study, classified into the study of drug use as consumption. To this end, the daily doses of certain drugs from the ATC-classified groups were calculated, which included tetracycline, amphenicols, broad spectrum penicilins, cephalosporins, sulfonamides, trimethoprim, macrolides, streptomycin and quinolones. Also, the number of patients registered as benzathine peniciline consumers was taken and compared to the exposed population data obtained from the DHD. Penicillins are the

  15. Avaliação do índice de temperatura de globo negro e umidade e desempenho de suínos nas fases de crescimento e terminação criados em sistemas em camas sobrepostas em condições de verão Evaluation of index of temperature of black globe and humidity and behavior of swine in the growth and termination phases reared on beds in summer conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilda de Fátima Ferreira Tinôco

    2007-10-01

    Full Text Available Um estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o sistema de criação em camas sobrepostas de maravalha e de casca de arroz, em comparação ao piso tradicional de concreto e sua influência no desempenho dos animais com base no ITGU (Índice de Temperatura de Globo negro e Umidade, no ganho de peso, no consumo de ração, na conversão alimentar e no consumo de água de suínos durante as fases de crescimento e terminação. Foram utilizados 216 animais (Landrace ´ Large White divididos em 12 lotes uniformes, cada um com 18 animais, abrigados em 12 baias independentes, de modo que cada conjunto de quatro baias foi mantido em sistema de criação diferenciado. O experimento foi conduzido em blocos inteiramente casualizados com quatro repetições por sistema de criação. Verificou-se discreta vantagem do piso de concreto quanto ao ganho de peso, ao consumo de ração, à conversão alimentar e ao consumo de água. Portanto, o desempenho zootécnico não foi influenciado pelos sistemas de criação, embora os animais mantidos no piso de concreto tenham apresentado resultados ligeiramente melhores que os alojados em cama sobreposta. As camas constituem opção satisfatória para economia total de água de limpeza de pisos de concreto e para se evitar o lançamento de águas residuárias nos cursos d'água.A study was carried out with the objectives to evaluate the raising system deep-bedding (wood shavings and rice husk, in comparison to the traditional concrete floor in the raising of swine during the growth and finishing phases and to evaluate the animal performance based on BGTHI (Black Globe Temperature and Humidity Index, in the weight gain, ration intake, feed conversion and the water consumption. A total of 216 animals (Landrace ´ Large White was used, divided in 12 uniform lots, each one with 18 animals, sheltered in 12 independent pens, in way that each set of four pens was kept in differentiated raising system. The experiment was

  16. Transtornos alimentares e gestação: uma revisão Eating disorders and pregnancy: a review

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karin Louise Lenz Dunker

    2009-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar o impacto dos transtornos alimentares nas funções reprodutivas, problemas na gestação e puerpério, e dificuldades com a alimentação dos filhos. MÉTODOS: Realizou-se revisão da literatura nos últimos 28 anos nos bancos de dados MedLine e Lilacs. Combinaram-se os descritores anorexia nervosa, bulimia nervosa, transtornos alimentares e gestação. RESULTADOS: Os estudos de revisão, estudos de caso e pesquisas realizadas com gestantes apontam uma associação entre TA e uma variedade de complicações na gestação, no parto, para o feto, com aumentado risco de morbidade perinatal, além de complicações na alimentação futura da criança. CONCLUSÕES: Observa-se uma maior necessidade de acompanhamento especializado, principalmente no pré-natal, em relação aos hábitos alimentares e preocupação com peso e forma corporais - especialmente nas mulheres que apresentam ganho ponderal inadequado, hiperêmese gravídica, picacismo, entre outros.OBJECTIVE: The objective of this study was to show the impact of eating disorders on reproductive functions, pregnancy and puerperium problems, and difficulties in feeding her babies. METHODS: Review of literature of last 28 years in MedLine and Lilacs database. The keywords used were anorexia nervosa, bulimia nervosa, eating disorders and pregnancy. RESULTS: Review and case studies, and research made with eating disorders pregnant patients demonstrate that there are an association between eating disorders and many pregnancy complications on birth, to the child with an increase risk of morbidity after the birth and some implications on food behavior of the child. CONCLUSIONS: It was noticed a need for specialized treatment, especially before the pregnancy, regarding eating habits and worries about weight and body shape, especially for women that present inadequate weight gain, hyperemesis gravidarum, pica and other eating problems.

  17. A qualidade da dieta de usuários de serviço de promoção da saúde difere segundo o comportamento alimentar obtido pelo modelo transteórico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Andrade de Medeiros Moreira

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar a qualidade da dieta de acordo com o comportamento alimentar para consumo de óleos e gorduras de usuários de serviço de saúde. MÉTODOS: Estudo seccional com usuários de Serviço de Promoção da Saúde. A qualidade da dieta foi avaliada pelo teste "Como está sua alimentação?", e o comportamento alimentar pelo Modelo Transteórico para consumo de óleos e gorduras, reclassificado pela ingestão de lipídeos totais. RESULTADOS: Dos 145 avaliados, 49,6% foram classificados no grupo pré-ação (estágios de pré-contemplação, contemplação e decisão. Esses usuários apresentaram maior consumo de alimentos ricos em gordura e menos saudáveis, e, consequentemente, maiores médias de consumo de calorias, lipídeos, ácidos graxos saturados e colesterol, e menores de carboidratos e ácidos graxos monoinsaturados. Além disso, apresentaram maior prevalência de dieta inadequada: 76,4% dos indivíduos que estavam em pré-ação vs. 67,1% daqueles em ação deviam ficar atentos com a alimentação (p=0,02. CONCLUSÃO: A similaridade dos resultados obtidos a partir dos métodos evidencia a necessidade de se avaliar os hábitos alimentares, em conjunto, visando identificar a necessidade de mudanças desses hábitos, bem como contribuir para o melhor delineamento, implementação e avaliação de intervenções, de acordo com os estágios de mudança comportamental.

  18. Behavior, performance and physiological parameters of pigs reared in deep bedding Comportamento, desempenho e parâmetros fisiológicos de suínos criados em cama sobreposta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana R. Caldara

    2012-02-01

    Full Text Available An experiment was conducted to evaluate the behavior, performance and physiological parameters of pigs in different production systems. Twenty four animals in the growth phase were distributed in a randomized block design in three treatments: T1 - concrete floor, T2 - deep bedding with wood shaving, and T3 - deep bedding with coffee husks. The behavioral study was carried out by observing the animal behavior for an uninterrupted period of eight hours throughout seven weeks. The proportions of time spent in each behavior were characterized using the frequency histogram composition. Environmental (IBGTH, physiological (rectal and skin temperature and respiratory rate and performance (weight gain, feed intake and feed conversion parameters were measured in animals during the period. The production systems of deep bedding showed higher values of IBGTH. There was no effect of production systems evaluated on the performance parameters. Rectal temperature was higher in animals reared on deep bedding with coffee husks in relation to the concrete floor. The use of deep bedding benefited the behavior of piglets in the growth phase and it reduced the agonistic behavior among individuals.Foi conduzido um experimento para avaliar o comportamento, desempenho e parâmetros fisiológicos de suínos, em diferentes sistemas de produção. Foram utilizados 24 suínos em crescimento, distribuídos em delineamento casualizado, nos tratamentos: T1 - piso de concreto; T2 - cama sobreposta com maravalha; T3 - cama sobreposta com casca de café. Realizou-se observação do comportamento animal, por oito horas ininterruptas, ao longo de sete semanas. Foram caracterizadas as proporções de tempo dedicadas a cada comportamento, utilizando a composição de histograma de frequência. Foram mensurados parâmetros ambientais (ITGU, fisiológicos (temperatura retal e de superfície e frequência respiratória e de desempenho dos animais (ganho de peso, consumo de ração e

  19. ATITUDES DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO A UM PRODUTO ALIMENTAR: TENDÊNCIAS DO SETOR DE ALIMENTOS CONGELADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislayne Silva Goulart

    2016-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de um estudo exploratório, que pretendeu identificar a atitude de 476 consumidores de Campo Grande/MS em relação a um produto alimentar [pão de queijo congelado] e as variáveis socioeconômicas que mais determinam a frequência de consumo do mesmo. Este estudo faz parte de uma pesquisa maior, financiada pelo CNPq, que está sendo desenvolvida em parceria entre UFMS e o SENAI/MS. Para o tratamento dos dados, foi realizada a análise estatística descritiva, seguida da análise Multinomial Logit com o auxílio do software Stata. Os resultados dessas análises permitiram identificar que independente da frequência de compra, mais da metade dos consumidores de alimentos agrupados em cada nível de frequência de compra consideram que pão de queijo congelado é sinônimo de comida prática/rápida e que as variáveis socioeconômicas – gênero, escolaridade, renda e situação conjugal são estatisticamente significativas. Assim, são determinantes da frequência de compra do produto.

  20. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática alimentar, 70,2% (n=190 consumiam menos de cinco refeições ao dia e 56,3% (n=153 não faziam o café da manhã, não tendo diferença entre as redes escolares. O consumo de frutas (10%; n=27 e vegetais (14,1%; n=38 foi baixo. Os estudantes das EPr consumiam mais refrigerantes (41,7%; n=30 do que os da EPu (28,5%; n=57; p=0,03. Constatou-se, que 47% (n=93 dos alunos da EPu e que 32,4% (n=27 da EPr não consumiam fast-food (p=0,02. Identificou-se que os adolescentes das EPu eram mais ativos do que os das EPr (77%; n=153 versus 54,2%; n=40; p=0,0002, mas essa diferença não mostrou associação com o grau de obesidade (p=0,88. Conclusão: Os adolescentes das escolas públicas e particulares apresentavam prática alimentar inadequada, havendo poucas diferenças entre eles. Os jovens das EPu apresentaram-se mais ativos que os das EPr, entretanto, este nível de atividade física não influenciou no grau de obesidade. doi:10.5020/18061230.2014.p92

  1. Radiactividad en aguas de consumo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Luis Gutiérrez-Villanueva

    2011-12-01

    Full Text Available La directiva europea sobre calidad en el agua potable del año 2003 estableció los límites para los valores de los parámetros radiactivos. Esta directiva europea fue incorporada a la legislación 2003. Los parámetros a analizar son los índices alfa y beta total, el contenido en tritio y la dosis indicativa total. El correspondiente real decreto, en el caso de España, se comenzó a aplicar en el año 2008. No solamente el agua potable procedente de captaciones públicas está sujeta a control, sino que también se deben controlar las aguas comerciales. En ambos casos se han llevado a cabo estudios en todo el mundo. Existe un rango amplio de técnicas para la medida de la radiactividad en el agua de consumo. Este artículo describe tales técnicas e indica cuando se debe aplicar cada una de ellas. Por último, se muestran los resultados más importantes obtenidos tras el análisis de aguas potables y comerciales, tanto en aguas españolas como de fuera de España. Los resultados muestran que se superan los límites en algunos casos y por lo tanto se debe prestar especial atención a fin de reducir los niveles de radia