WorldWideScience

Sample records for colheita da azeitona

  1. A influência da poda mecânica na produção e na eficiência da colheita da azeitona por vibração The influence of mechanical pruning on olive production and shaker efficiency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. B. Dias

    2007-01-01

    Full Text Available Em Portugal tem-se verificado um incremento no custo de execução da poda da oliveira, pelo que os autores iniciaram em 1997 a avaliação da aplicação da poda mecânica como alternativa à poda manual efectuada com moto - serra. Estabeleceram-se ensaios de campo com os seguintes tratamentos: T1 – poda manual com moto-serra; T2 – poda mecânica, efectuada por uma máquina de podar de discos, montada no carregador frontal de um tractor agrícola; T3 – poda mecânica efectuada pela máquina de podar de discos, seguida de complemento manual com moto - serra. Em cada ensaio, efectuou-se a colheita da azeitona com vibradores de tronco multidireccionais, tendo-se avaliado a produção total por árvore e o desempenho do vibrador na colheita da azeitona, em termos de eficiência de colheita e tempo de vibração por árvore. Neste trabalho apresentam-se os resultados obtidos em dois ensaios, não se tendo verificado diferenças significativas (P>0,1 entre os tratamentos na produção de azeitona, nos quatro anos após a execução da poda. Relativamente ao desempenho do vibrador, os resultados obtidos mostram que há necessidade de adequar a forma de abordar a árvore e a duração da vibração, de modo a manter o mesmo grau de eficiência entre os tratamentos.In Portugal, olive farmers, particularly those with orchards of around 100 trees per hectare, are facing increasing pruning costs every year. As a result they tend to lengthen pruning intervals. With the purpose of studying a mechanised alternative to the labour intensive manual pruning practice, the authors established in 1997 field trials with the following three treatments: T1 -manual pruning cutting with a chain saw; T2 - mechanical pruning, performed by a tractor mounted cutting bar provided with 6 circular disc-saws; T3 -mechanical pruning, as in T2, followed by a manual pruning complement. In each test site, olives were harvested using a trunk shaker. Total production per tree

  2. Máquina para a colheita contínua de azeitona em olivais intensivos

    OpenAIRE

    Dias, António Bento; Cardoso, V.; Reynolds de Souza, D.; Falcão, J.M.; Pinheiro, Anacleto; Peça, J.O.

    2012-01-01

    A diminuição dos custos de colheita nos olivais intensivos (200 a 550 árvores por hectare) terá de ser encarada como tarefa urgente para que estes olivais possam ser competitivos. Nestes olivais, a técnica tradicional de colheita com vibradores de tronco encontra limitações, como a falta de espaço para o desempenho de equipamentos de recolha associados aos vibradores; mas é sobretudo, devido a ser uma técnica descontínua, baseada numa repetição de ciclos de manobras, que origina enorme fa...

  3. CONTROLE PÓS-COLHEITA DA PODRIDÃO PARDA DO PESSEGUEIRO COM FUNGICIDAS EM PRÉ-COLHEITA E TRICHODERMA EM PÓS-COLHEITA

    OpenAIRE

    Elizandra Pivotto Pavanello

    2012-01-01

    O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação pré-colheita de fungicidas no controle da podridão parda em pós-colheita e verificar o seu efeito quando associado a fungos antagonistas, assegurando eficiência no controle da doença e qualidade dos frutos. Para tanto, avaliou-se o efeito da aplicação de fungicidas em pré-colheita no controle da podridão parda do pessegueiro após 15 e 40 dias de armazenamento refrigerado dos frutos, além da associação de fungicidas com o tr...

  4. ANÁLISE OPERACIONAL DA COLHEITA FLORESTAL NO SUL DA BAHIA

    OpenAIRE

    CARMO, F. C. A.

    2013-01-01

    CARMO, Flávio Cipriano de Assis. Análise operacional da colheita florestal no sul da Bahia. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro-ES. Orientador: Prof. Dr. Nilton César Fiedler. Coorientador: Profª. Drª. Elizabeth Neire da Silva Oliveira de Paula. Objetivou-se com esta pesquisa realizar uma análise operacional das atividades de colheita florestal em plantios de eucalipto no sul da Bahia. No estudo foram avaliados os ...

  5. Variabilidade espacial da produtividade, perdas na colheita e lucratividade da cultura de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Jose Bonnin Acosta

    2018-03-01

    Full Text Available A agricultura de precisão é uma importante ferramenta para maximizar a produção. Nela mapas de produtividade indicam a localização de áreas críticas, ajudando a fazer intervenções localizadas, a fim de aumentar a produtividade e consequentemente a rentabilidade. Objetivou-se avaliar a variabilidade espacial da produtividade, perdas quantitativas na colheita mecanizada e a lucratividade em área de produção de soja. Realizou-se um levantamento de dados georreferenciados em uma área de 20,90 ha. Foram utilizadas técnicas geoestatísticas para a determinação da variabilidade espacial. A dependência espacial foi moderada para todos os parâmetros estudados, observando-se regiões com maior ou menor variabilidade espacial na produtividade, nas perdas quantitativas de grãos e na lucratividade. A produtividade média foi de 3.748,63 kg.ha-1 e 67,65 % da área total apresentou patamares de produtividade de 3.254,05 a 3.609,91 kg.ha-1 e de 3.609,91 a 3.965,91 kg.ha-1. As perdas totais de grãos encontrados por ocasião da colheita foram baixas (49,59 kg.ha-1. A lucratividade média foi 1.252,54 $.ha-1, com duas regiões representativas de lucro de 1.187,20 a 1.354,78 $.ha-1 e de 1.019,62 a 1.187,20 $.ha-1, correspondente a 67,65 % da área total. Pode-se dizer que a semelhança na variabilidade espacial dos mapas de produtividade e lucratividade ocorre por este último ter sido confeccionado a partir de dados de produtividade, o que permitiria ao produtor investigar os motivos das baixas produtividades, sugerindo eventualmente um estudo da fertilidade do solo, no intuito de encontrar e corrigir o problema que levou às baixas produtividades, a fim de melhorar a relação custo/benefício, tendo como resultado um maior lucro.

  6. Influência da idade da planta e da maturação dos frutos no momento da colheita na qualidade do café

    OpenAIRE

    Borges,Fernanda Barbosa; Jorge,José Tadeu; Noronha,Regina

    2002-01-01

    São de grande importância os cuidados no preparo do café desde a colheita até o consumo e o estudo de parâmetros que possam influenciar na classificação comercial do grão e na qualidade da bebida. Teve-se como objetivos analisar a influência da idade das plantas, pertencentes à mesma variedade, e dos estágios de maturação dos grãos (secos, cerejas e verdes) no resultado da classificação comercial e na qualidade da bebida. Realizou-se a colheita, por derriça no pano, de uma área com café arábi...

  7. Operational performance of the mechanized and semi-mechanized potato harvest Desempenho operacional da colheita mecanizada e semimecanizada de batata

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João P. A. R. da Cunha

    2011-01-01

    Full Text Available Potato is an important crop plant throughout the world. Harvesting is a fundamental step in its production system. Maybe, it is the most complex and expensive operation. Thus, the objective of this work was to compare the cost of the mechanized and semi-mechanized harvest, the operational capacity and the production losses during the potato harvest process. The work was accomplished in a commercial farming, cultivated under pivot system, in the municipal district of Perdizes - MG, Brazil. A completely randomized design with two treatments was used: mechanized and semi-mechanized harvest. The mechanized harvest used a self-propelled harvester. In the semi-automated harvest, a digger mounted on tractor was used and the potato was manually harvested. It was concluded that the cost of mechanized harvest was 49.03% lower than the cost of semi-mechanized harvest. On average, the harvester had a work for 23 workers in manual harvest. Mechanized harvest showed losses of 2.35% of potato yield, while the semi-mechanized harvest showed losses of 6.32%.A batata é a cultura olerácea mais importante em todo o mundo. Dentre os processos que compõem seu sistema de produção, a colheita apresenta-se como etapa essencial, sendo uma das operações com maior custo agregado. O objetivo deste trabalho foi comparar a colheita mecanizada e semimecanizada da cultura da batata no que diz respeito aos custos, capacidade operacional e perdas de produção. O trabalho foi realizado em lavoura comercial, cultivada em área sob sistema de pivô central, no município de Perdizes-MG. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com dois tratamentos: colheita mecanizada e semimecanizada. A colheita mecanizada foi realizada utilizando-se de uma colhedora autopropelida. Na colheita semimecanizada, empregou-se um arrancador tratorizado seguido de catação manual. De acordo com os resultados, pôde-se concluir que o custo da colheita mecanizada foi 49

  8. Influência da idade da planta e da maturação dos frutos no momento da colheita na qualidade do café

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borges Fernanda Barbosa

    2002-01-01

    Full Text Available São de grande importância os cuidados no preparo do café desde a colheita até o consumo e o estudo de parâmetros que possam influenciar na classificação comercial do grão e na qualidade da bebida. Teve-se como objetivos analisar a influência da idade das plantas, pertencentes à mesma variedade, e dos estágios de maturação dos grãos (secos, cerejas e verdes no resultado da classificação comercial e na qualidade da bebida. Realizou-se a colheita, por derriça no pano, de uma área com café arábica variedade Catuaí de 12 anos e de outra de 3 anos. Constituiu-se, para cada idade das plantas, os seguintes lotes: 100% cereja, 60% cereja e 40% verde, 80% cereja e 20% verde, 60% cereja e 40% seco, 80% cereja e 20% seco, e composição obtida na colheita. Na classificação comercial, obedeceu-se as normas estabelecidas pela Tabela Oficial Brasileira de Classificação (tipo, peneira, aspecto, cor e seca. Na classificação da bebida, optou-se por utilizar consumidores como provadores, com o objetivo de analisar a aceitabilidade da bebida pelo mercado consumidor. Como resultados, obteve-se, na classificação por tamanho e determinação de peneira média que os lotes de 12 anos apresentaram-se, com peneira média 15, resultado inferior aos lotes de 3 anos, com peneira média 16. Na classificação comercial e na da bebida, os resultados foram melhores, em geral, para os lotes de 3 anos em diferentes misturas, sem influência dos diferentes estágios de maturação.

  9. Cultivares e estádios de Colheita no Rendimento Forrageiro da Soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Milanez de Rezende

    2011-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar a influência do estádio de colheita sobre a produção e a qualidade do feno de duas cultivares de soja foi conduzido ensaio em Lavras, MG, no ano agrícola 2001/02. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 5, com três repetições, compreendendo duas cultivares (Conquista e Monsoy 8400 e cinco estádios de corte (R2, R3, R4, R5 e R6. As cultivares afetaram apenas o rendimento de proteína do feno. Os maiores rendimentos de matéria seca, feno e proteínas foram obtidos com os cortes nos estádios R4, R5 e R6. Quanto ao rendimento de proteína bruta, verificou-se queda após o corte em R5. Esta redução, provavelmente, associada a efeito de estresse hídrico e ou diluição da proteína na matéria seca. O estádio de desenvolvimento R4 apresentou a melhor opção de corte para fenação, independentemente da cultivar. A cultivar Monsoy 8400 apresentou maior rendimento de proteína bruta que a cultivar Conquista.

  10. Produção de bioetanol a partir de coproduto gerado no descaroçamento de azeitona

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Medeiros Pereira

    2015-09-01

    Full Text Available Na busca por fontes alternativas de energia menos poluentes e mais sustentáveis, o uso de resíduos agrícolas para a produção de biocombustíveis tem se mostrado uma alternativa promissora. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade da produção do bioetanol a partir da polpa de azeitona, um coproduto gerado no processo de descaroçamento das azeitonas de mesa. Avaliaram-se dois tipos de hidrólise como prétratamentos: hidrólise via ácido clorídrico 1% e hidrólise por explosão a vapor com ácido sulfúrico 14%. O líquido hidrolisado foi fermentado por 4 dias à temperatura ambiente, utilizando-se a levedura Saccharomyces cerevisiae. O melhor rendimento em etanol (4,6% v/v foi obtido com a polpa pré tratada com ácido sulfúrico.

  11. Avaliação de impactos ambientais da inovação tecnológica na colheita florestal

    OpenAIRE

    Freitas, Luís Carlos de

    2008-01-01

    Ao analisar o desenvolvimento da colheita florestal no país, observa-se que o progresso foi muito grande. Da década de 60 até os dias atuais muitas mudanças ocorreram no setor, com as operações evoluindo de um processo manual para o semimecanizado, adquirindo nas últimas décadas um aspecto expressivo em termos de mecanização. Assim, torna-se de grande importância um estudo que venha diagnosticar o perfil impactante inserido no processo de inovação tecnológica da colheita florestal. O objetivo...

  12. CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO TECNOLÓGICO DA CANELA-AZEITONA, Rapanea ferruginea (Ruiz e Pav. Mez, UMA ESPÉCIE PIONEIRA. I - CARACTERÍSTICAS ANATÔMICAS DA MADEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Texeira do Carmo

    1993-12-01

    Full Text Available São descritos neste trabalho os aspectos anatômicos da madeira de Rapanea ferruginea (Ruiz et Pav. Mez. Apresentam-se dados quantitativos de 11 caracteres do xilema secundário, bem como fotomicrografias das estruturas anatômicas da madeira. Os raios largos e a largos e a baixa percentagem de parênquima axial são os caracteres mais importantes na estrutura do lenho.

  13. Contribuição ao estudo tecnológico da canela-azeitona, Rapanea ferruginea (Ruiz e Pav. Mez, uma espécie pioneira. I - Características anatômicas da madeira.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Lelis Pinheiro

    2009-09-01

    Full Text Available Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 São descritos neste trabalho os aspectos anatômicos da madeira de Rapanea ferruginea (Ruiz et Pav. Mez. Apresentam-se dados quantitativos de 11 caracteres do xilema secundário, bem como fotomicrografias das estruturas anatômicas da madeira. Os raios largos e a largos e a baixa percentagem de parênquima axial são os caracteres mais importantes na estrutura do lenho.

  14. Qualidade pós-colheita da alface hidropônica em ambiente protegido sob malhas termorefletoras e negra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Lígia Dantas de Morais

    2011-10-01

    Full Text Available Considerando que a duração da exposição, a qualidade e intensidade de luz afetam as características de qualidade das hortaliças folhosas, conduziu-se um experimento, em ambiente protegido, com o objetivo de avaliar a qualidade pós-colheita da alface hidropônica, sob os efeitos das malhas de sombreamento, com diferentes percentagens de atenuação da radiação solar. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, no esquema fatorial 2 x 5, com três repetições, sendo os tratamentos constituídos por quatro malhas termorefletoras (40; 50; 60 e 70% de sombreamento e uma testemunha, com malha negra 50%. Em cada parcela, representada por um sistema hidropônico individual, foi cultivada a alface (cv. Olinda, Crespa, sendo avaliada sua qualidade por ocasião da colheita e após quatro dias de armazenamento refrigerado (7,6 ± 1ºC e 27 ± 5 % UR. Observou-se que o excesso de sombreamento, ocasionado pelas malhas termorefletoras 60 e 70% e malha negra 50%, comprometeram a aparência da alface. As plantas submetidas ao sombreamento com a malha termorefletora 40% apresentaram menor perda de massa, ao final de quatro dias de armazenamento. Os graus de sombreamento ocasionados pelas malhas termorefletoras e pela malha negra não influenciaram nos teores de ácido cítrico, sólidos solúveis, vitamina C e clorofila total da alface.

  15. Impacto do manejo dos resíduos da colheita, do preparo do solo e da adubação na produtividade de eucalipto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Alfenas Silva Valente Paes

    2013-08-01

    Full Text Available Tem sido cada vez maior a preocupação das empresas do setor florestal em adotar práticas pautadas na conservação do solo e da água. Nesse sentido, este trabalho teve por objetivo avaliar o impacto do manejo dos resíduos da colheita, do preparo do solo e do uso de resíduos industriais, na fertilidade do solo e produtividade de eucalipto. O experimento foi iniciado após o corte raso de um plantio comercial de EUCALYPTUS GRANDIS, onde os resíduos da colheita foram manejados (retirada de todo o resíduo; remoção da casca e dos galhos com diâmetro superior a 3,0 cm; e manutenção de todos os resíduos na superfície do solo. Em seguida, realizaram-se o preparo do solo (com subsolador de uma e três hastes, a aplicação dos resíduos industriais (resíduo de celulose e cinzas na superfície do solo e o plantio de mudas de EUCALYPTUS GRANDIS X E. UROPHYLLA Foi utilizado o delineamento em blocos ao acaso, contendo oito tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram da combinação dos diferentes tipos de manejo dos resíduos da colheita, preparo do solo e aplicação dos resíduos industriais. Cada parcela experimental foi composta por cinco linhas com 19 plantas cada. Aos 83 meses após o plantio, foram medidos o DAP (diâmetro à altura do peito e a altura das árvores, para cálculo do volume de madeira. A fertilização e a manutenção dos resíduos da colheita florestal elevaram os teores de Ca2+ e Mg2+ trocáveis no solo. A manutenção total dos resíduos vegetais na área após a colheita resultou em aumento de 71,7 m³ ha-1 de madeira, quando comparado à remoção de todos os resíduos. Não houve diferença entre os modos de preparo do solo com subsolador de uma e três hastes, quanto ao volume de madeira. Os maiores volumes de madeira foram obtidos dos tratamentos que receberam as maiores quantidades de resíduo de celulose e cinzas, ao mesmo tempo em que foi mantida parte do resíduo vegetal após a colheita

  16. Épocas de colheita e tratamento pré-germinativos para superação da dormência de sementes Mimosa caesalpiniifolia Benth.

    OpenAIRE

    Leal,Josivan Viana; Alves,Edna Ursulino; Bruno,Riselane de Lucena Alcântara; Pereira,Walter Esfrain; Alves,Anarlete Ursulino; Galindo,Evio Alves; Alves,Adriana Ursulino

    2008-01-01

    Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da época de colheita e de tratamentos pré-germinativos na germinação e vigor de sementes de Mimosa caesalpiniifolia Benth. (sabiá). Para tanto, realizou-se um experimento no Laboratório de Análise de Sementes do CCA-UFPB, em Areia, PB, em delineamento inteiramente ao acaso, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 2 x 2 x 14, com os fatores ano de colheita (2002 e 2003), sementes dentro ou fora do craspédio e tratamentos pré-germ...

  17. Influência da colheita mecanizada na produção cafeeira Influence of the mechanized harvest in the coffee production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ezequiel de Oliveira

    2007-10-01

    Full Text Available A colheita mecanizada de café no sul de Minas Gerais tem promovido uma melhor qualidade do produto e redução de perdas, aumentando os lucros dos cafeicultores. Porém, a lavoura cafeeira ainda necessita de estudos sobre o efeito da mecanização na produtividade da cultura ao longo dos anos, uma vez que a colheita mecanizada malconduzida pode causar danos na planta. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da colheita mecanizada na produtividade da cultura cafeeira, ao longo dos anos, comparativamente com colheita no sistema manual. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com 8 tratamentos e 3 repetições, em parcelas aleatórias contendo em média 40 plantas nas safras de 2000 a 2004, realizando a colheita tanto de forma mecanizada quanto manual. A produtividade da lavoura cafeeira não foi influenciada pela colheita mecanizada ao longo dos anos, passando a colhedora uma ou duas vezes na lavoura. O aumento de vibração das hastes promoveu uma maior quantidade de grãos colhidos, porém a desfolha aumentou proporcionalmente ao aumento de vibração. Com duas passadas da colhedora, a desfolha foi maior que a colheita manual em todas as safras agrícolas estudadas.The mechanized harvest of coffee in the South of Minas Gerais has promoted a better product quality and loss reduction, increasing producers profit. However, studies on the effect of mechanization on productivity of the culture throught the years are needed since the mechanized harvest not will done can damage the plant. This work was aimed at evaluating the effect of mechanized harvest the coffee productivity comparing it with manual harvest. A completely randomized design with 8 treatments and 10 replications was adopted, in random parcels with 40 plants in average in the harvests of 2000 and 2004. The productivity of coffee was not influenced by mechanized harvest through the years, even when using the harvest one or twice on coffee plants field. The

  18. PERDAS NA COLHEITA MECANIZADA DO MILHO (Zea MaysEM FUNÇÃO DA VELOCIDADE E ROTAÇÃO DO CILINDRO TRILHADOR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Bueno Alves

    2015-12-01

    Full Text Available O milho é uma é uma planta da família Poaceae, originaria das regiões do continente Americano, sendo popular por toda a extensão do continente para os mais diversos fins. Devido a sua importância comercial e a necessidade de aumentar a eficiência durante a colheita, é necessário reduzir as perdas ante ao aumento na demanda mundial por alimentos. O trabalho foi realizado em uma propriedade agrícola privada, com o objetivo de avaliar perda de grãos que ocorre durante a da colheita. O estudo foi efetuado em blocos casualizados na proporção de três repetições no qual foram avaliadas as perdas em função dos fatores: velocidade de colheita (4 , 5 e 6 km h-1 e rotação do cilindro trilhador ( 5 rpm, 6 rpm e 7 rpm. Os parâmetros avaliados foram: perdas ocorridas no solo, taxa de cobertura e fluxo de Alimentação. A análise de regressão, nos mostra que na avaliação das perdas apenas o fator da rotação do cilindro trilhador foi relevante com teste F a 5% de probabilidade, a taxa de cobertura não foi influenciada a partir fatores analisados e o fluxo de alimentação foi influenciado pela velocidade de colheita com teste de F a 10% de probabilidade.

  19. Mudanças na ultra-estrutura da parede celular de mangas 'Tommy Atkins' tratadas com cloreto de cálcio na pré-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EVANGELISTA REGINA MARTA

    2002-01-01

    Full Text Available Mangas 'Tommy Atkins' produzidas na região de Ibirá, São Paulo, foram pulverizadas na pré-colheita com cloreto de cálcio, nas concentrações de 0,0%, 2,5% e 5,0%, em três épocas de seu desenvolvimento (40; 60 e 90 dias após a floração a fim de verificar a influência do cálcio na estrutura da parede celular destes frutos através de microscopia eletrônica de transmissão, imediatamente após a colheita e depois de 35 dias de armazenamento. Para fixar o material da polpa, utilizou-se metodologia descrita por Jacob e Gowanlock (1995. Nas condições experimentais, verificou-se que os frutos do tratamento-controle (sem cloreto de cálcio, no dia da colheita, já apresentavam desestruturação da parede celular e dissolução da lamela média (LM. A degradação da parede celular ocorre inicialmente na LM, levando à formação de espaços vazios bastante distintos, apresentando uma dissolução ainda maior, com o armazenamento prolongado (35 dias. Os frutos tratados com cloreto de cálcio a 5,0% apresentaram uma LM bem definida e ausência de espaços vazios, mesmo após o armazenamento, mostrando ser uma concentração efetiva na preservação da lamela média.

  20. Produção e qualidade de folhas de amoreira em função da época do ano e de colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miranda José Ednilson

    2002-01-01

    Full Text Available A quantidade e qualidade das folhas de amoreira (Morus alba L. exercem influência marcante sobre o desenvolvimento do bicho-da-seda e são, por sua vez, influenciadas por fatores como a idade das folhas, época do ano e características genéticas dos cultivares. Avaliou-se a produção e a qualidade nutricional de folhas de cinco cultivares de amoreira em diferentes épocas do ano e de colheita, objetivando verificar sua adaptação na região de Jaboticabal (SP. As folhas dos cultivares 'Miura', 'Korin', 'Calabresa', 'FM86' e 'FM Shima-Miura' foram colhidas na primavera, verão e outono após 45, 60, 75 e 90 dias da poda (DAP e avaliadas quanto à produção de folhas níveis de proteína bruta (PB e fibra em detergente neutro (FDN. As melhores produções foram verificadas em 'FM Shima-Miura', principalmente aos 75 DAP na primavera e no verão e aos 90 DAP no outono. No verão, as colheitas efetuadas aos 60, 75 e 90 DAP resultaram em produções mais elevadas. As épocas de colheita que resultaram em maiores níveis de PB foram aos 45 e 60 DAP e em menores níveis de FDN aos 60 DAP, respectivamente. Foi possível conciliar altos níveis de PB, baixos níveis de FDN e relativamente alta produção de massa foliar somente na colheita efetuada aos 75 DAP.

  1. Manejo da solução nutritiva sobre a qualidade pós-colheita de tomate salada fertirrigado em areia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hideaki Wilson Takahashi

    2017-11-01

    Full Text Available Resumo O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de manejos e concentrações da solução nutritiva em fertirrigação, em cultivo protegido, sobre a qualidade pós-colheita de tomate de mesa. Os tratamentos consistiram do manejo da solução nutritiva, tendo como base a condutividade elétrica (CE e a concentração individual de íons (CI do lixiviado, nas concentrações iniciais de 1,6 e 3,2 dS m-1. Os frutos foram avaliados quanto aos teores de macrominerais, sólidos solúveis totais (SST, vitamina C, compostos fenólicos totais, flavonoides totais e compostos antioxidantes. Os teores de N, P e S foram maiores no manejo da solução nutritiva com base na CI, independentemente da concentração inicial de íons. Os teores de K e Ca apresentaram efeitos da interação entre a forma de manejo e a concentração de íons, enquanto o teor de Mg não foi influenciado pelos fatores estudados. O teor de vitamina C e a atividade antioxidante foram maiores no manejo da solução com base em CE, enquanto o teor de fenóis e flavonoides foi maior no manejo da solução com base em CI. O tipo de manejo e a concentração da solução nutritiva em fertirrigação afetam a qualidade pós-colheita de frutos de tomate.

  2. Eficiência da colheita mecânica em variedades paulistas de algodeiro Efficiency of mechanical harvesting in São Paulo cotton varieties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Henrique Carvalho

    1984-01-01

    Full Text Available O comportamento das variedades paulistas de algodoeiro 'IAC 17' e 'IAC 18', em face da colheita mecânica, e a possibilidade de melhorá-lo mediante o uso do regulador de crescimento Cycocel, foram estudados em ensaio conduzido em 1978/79 e 1979/80 no município de Leme (SP. Na média dos dois anos, utilizando-se uma colhedeira John Deere 9900, foi colhido cerca de 89% do algodão produzido, o que representa eficiência comparável à obtida em países que adotam predominantemente essa prática. Em condições normais, as perdas foram 7%, porém, em ano adverso, com chuvas freqüentes na época da colheita e longa permanência do algodão aberto no campo, atingiram 16%. A colheita mecânica proporcionou tipos inferiores de algodão em caroço, situando-se entre 1 e 2 pontos, na escala de classificação comercial, a diferença em relação à colheita manual. As perdas foram maiores, cerca de 2%, para a variedade 'IAC 17', tendo a diferença se manifestado tanto em relação ao algodão caído ao solo, quanto ao que persistiu nas plantas, após a colheita. O prejuízo no tipo foi semelhante para as duas variedades, no ano normal, mas consideravelmente maior para a 'IAC 17', no ano desfavorável. O Cycocel, aplicado na base de 50g de princípio ativo por hectare, aumentou a porcentagem de algodão colhido pela máquina, porém, apenas no ano em que as condições climáticas foram adversas. Todavia, mesmo nesse ano, o produto não contribuiu para melhorar o tipo do algodão colhido mecanicamente. Excetuando tendência para queda na resistência, assim mesmo de forma inconsistente, as demais características tecnológicas da fibra não foram afetadas pela colheita mecânica.Adequacy of the cultivated cotton varieties 'IAC 17' and 'IAC 18' for mechanical harvesting and the possibility to improve their performance by using the plant growth regulator Cycocel, were studied at Leme, State of São Paulo, Brazil, in the 1978/79 and 1979/80 crop seasons

  3. Desempenho efetivo e influência no sistema de limpeza da colheita mecanizada de cana-de-açúcar utilizando diferentes velocidades de deslocamento e rotações do extrator primário

    OpenAIRE

    Martins, Murilo Battistuzzi [UNESP

    2016-01-01

    A cana-de-açúcar (Saccharum spp.) se destaca como uma das principais culturas do agronegócio brasileiro. A colheita mecanizada dessa cultura se faz necessária, atualmente, em função de leis ambientais. Com a mecanização da colheita de cana-de-açúcar, sem a necessária adaptação do canavial surgiram fatores adversos à utilização desta técnica, pelo elevado custo e baixa qualidade da colheita; porém, essas questões estão sendo estudadas e resolvidas melhorando, gradativamente, sua eficiência ope...

  4. Amadurecimento da banana-prata climatizada em diferentes dias após a colheita Characterization of 'prata' bananas, acclimatized at different time intervals after the harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cíntia de Souza Silva

    2006-02-01

    Full Text Available O amadurecimento induzido por climatização em bananas, é um procedimento que tem sido largamente utilizado. Ele proporciona uma maturação uniforme, já que a fruta apresenta maturação desuniforme em vista da formação dos frutos em pencas com diferentes idades. No entanto, não há para todas as cultivares de banana, estudos específicos em relação ao tempo entre a colheita e a climatização que possa afetar a qualidade dos frutos. Desta forma, com o presente trabalho objetivou-se avaliar mediante as características físicas, químicas e fisiológicas a qualidade da banana - prata climatizada em diferentes dias entre a colheita e a climatização. Foram testados três diferentes dias de climatização sendo 1, 2 e 3 dias após a colheita. Ao final da climatização, os frutos foram armazenados em temperatura ambiente por um período de 5 dias. As análises realizadas foram: perda de massa, coloração da casca, respiração, firmeza, pH, sólidos solúveis, acidez titulável e amido. Frutas climatizadas 1 dia após a colheita apresentaram-se, no 1º dia de armazenamento, com menor perda de massa, mais verdes, com maior liberação de CO2, mais firmes, com menores teores de sólidos solúveis e maior porcentagem de amido, quando comparados àqueles climatizados aos 2 e 3 dias após a colheita. Essa diferença foi reduzida com o decorrer do armazenamento praticamente se igualando os tratamentos ao final do armazenamento.The ripening of bananas, as induced by acclimatization, it is a procedure that has been used widely. It provides an uniform maturation, so overcoming the irregular maturation due to the formation of the fruits in bunches with different ages. Nonetheless, there are no specific studies relating the quality of the fruits and the time between the harvest and the acclimatization. In this sense, the present work used the physico-chemical characteristics of the 'prata' bananas to evaluate their quality when submitted to

  5. Controle da antracnose na pós-colheita de manga 'Ubá' com o uso de produtos alternativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Moreira Carvalho Lemos

    2013-12-01

    Full Text Available Foi avaliada a eficácia de produtos alternativos aos agroquímicos no controle da antracnose na pós-colheita de mangas 'Ubá'. Frutos fisiologicamente maduros foram pulverizados até o completo molhamento, com suspensão de conídios de Colletotrichum gloeosporioides, na concentração de 2,5 x 10(5 conídios/mL. Após a secagem ao ar, foram pulverizados com água destilada (testemunha, tween 20 (8 mL/L de solução, Prochloraz (1,10 mL de Sportak 450 EC/L de solução, óleo de alho (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20, óleo de amêndoa de Acrocomia aculeata + leite em pó instantâneo (LPI (25 mL/L+ 10 g LPI/L, óleo de amêndoa de A. aculeata + tween (25 mL/L + 8 mL/L de tween 20, biofertilizante agro-mos® (100 µL/L, óleo de neen (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20, quitosana (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20 e biomassa cítrica (10 mL/L + 8 mL/L tween 20.O solvente utilizado foi água destilada. Avaliaram-se o período de incubação, o período latente, a perda de massa fresca, a produção de CO² e, diariamente, a severidade e incidência da doença. Os períodos mais curtos de incubação da doença foram observados nos frutos tratados com óleo de neen, água + tween e biomassa cítrica, com aproximadamente cinco dias. O óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI e agro-mos® foram os produtos que mais retardaram o aparecimento dos sintomas, impondo à doença o período de incubação de nove dias após a inoculação do patógeno. Quanto à severidade, o óleo de amêndoa de macaúba + LPI e o Prochloraz foram os mais eficientes em conter o crescimento do patógeno até o oitavo dia após a inoculação, sendo que, logo depois, os frutos tratados com óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI se igualaram àqueles tratados com a maioria dos demais produtos. Os frutos tratados com óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI e óleo de amêndoa de A. aculeata + tween manifestaram as estruturas do patógeno apenas após 13 e 14 dias de avalia

  6. POSTURA CORPORAL ADOTADA PELOS MEMBROS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DURANTE PROCEDIMENTOS DE COLHEITA DE SANGUE, ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAÇÃO ENDOVENOSA E SOROTERAPIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucienne Dalla Bernardina

    Full Text Available Os membros da equipe de enfermagem submetem-se muitas vezes a agressões posturais quer devido a própria exigência da atividade, quer pela utilização de postura corporal inadequada durante a execução das mesmas. O presente estudo tem por objetivo averiguar o tipo, duração e freqüência das posturas adotadas pelos membros da equipe de enfermagem durante a execução das técnicas de colheita de sangue, administração de medicação endovenosa e soroterapia. Através da observação direta foram registradas 10 atividades correspondentes a cada uma das técnicas mencionadas, realizadas na assistência a pacientes de uma unidade de internação de um Hospital Universitário. Os resultados evidenciam que a atividade de colheita de sangue foi efetuada na posição de pé-inclinado (50,35%, seguida pela posição de pé-ereto (49,64%. A administração de medicação endovenosa foi executada com adoção das posturas de pé-ereto (51,09% em especial com braço em extensão frontal, de pé-inclinado (45,74% e sentado (3,15%. A técnica de soroterapia foi executada com adoção da posição de pé-ereto (86,88%, em especial corn braços em extensão frontal e de pé-inclinado (13,11%. A adoção freqüente da postura inclinada indica que o pessoal de enfermagem vem tornando possível a ocorrência de agressões na coluna vertebral desnecessárias, principalmente devido a má utilização da mecânica corporal. Sugere-se maior atenção para esses aspectos principalmente nos cursos de enfermagem.

  7. CONTROLE DA MATURAÇÃO PRÉ-COLHEITA DE MAÇÃS ‘ROYAL GALA’ PELA INIBIÇÃO DA AÇÃO OU SÍNTESE DO ETILENO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANDREIA MARIA TOMAZINI SCOLARO

    2015-03-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da inibição da ação (pela pulverização de 1-metilciclopropeno em meio aquoso; 1-MCP e da síntese (pela pulverização de aminoetoxivinilglicina; AVG do etileno, sobre a maturação pré-colheita de maçãs. Macieiras ‘Royal Gala’ foram pulverizadas com 1-MCP (50 ou 100 mg L-1 em meio aquoso ou com AVG (124 mg L-1, sete e 28 dias antes do ponto de colheita comercial dos frutos, respectivamente. Macieiras não tratadas com 1-MCP nem com AVG foram usadas como testemunha. As maçãs foram colhidas semanalmente, durante cinco semanas, a partir do sétimo dia após a aplicação do 1-MCP, e analisadas quanto à maturação e qualidade, um dia após a colheita. Índices de maturação e qualidade das maçãs, na data em que os frutos atingiram firmeza de 71,1 N, foram estimados por análise de regressão, para cada tratamento. Os tratamentos 1-MCP (50 e 100 mg L-1 e AVG atrasaram a maturação das maçãs, diminuindo as taxas de produção de etileno, degradação do amido, perda de firmeza da polpa e da acidez, amarelecimento da epiderme, acúmulo de sólidos solúveis e desenvolvimento de cor vermelha. O tempo para os frutos atingirem firmeza de polpa de 71,1 N na planta foi retardado em 6 e 12 dias pelo 1-MCP (100 mg L-1 e AVG, respectivamente, em relação à testemunha. Maçãs tratadas com 1-MCP ou com AVG apresentaram índice de iodo-amido, produção de etileno e acidez semelhantes ou menores que maçãs testemunhas, nas datas em que os frutos de todos os tratamentos atingiram a mesma firmeza de 71,1 N. A magnitude do efeito do 1-MCP sobre a firmeza da polpa foi semelhante àquela sobre a produção de etileno e coloração da epiderme, mas sensivelmente menor que aquela sobre a degradação do amido.Os efeitos do AVG sobre a produção de etileno, coloração da epiderme e acidez foram maiores que aqueles sobre a redução da firmeza da polpa. Os resultados mostram que a

  8. Qualidade do inhame 'Da Costa' em função das épocas de colheita e da adubação orgânica Da Costa yam quality in relation to harvest time and organic fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademar P. de Oliveira

    2002-03-01

    Full Text Available Foi desenvolvido um trabalho na EMEPA em João Pessoa, entre setembro/98 e junho/99, com o objetivo de quantificar o teor de matéria seca, de amido e de cinzas em rizomas do inhame, cultivar Da Costa, em função das épocas de colheita e da adubação orgânica, em solo Podzólico Vermelho-Amarelo, textura arenosa. Estudaram-se níveis de esterco bovino (5; 10; 15 e 20 t/ha e de esterco de galinha (2,8; 5,6; 8,4 e 11,2 t/ha, duas épocas de colheita (sete e nove meses após o plantio e uma testemunha, sem resíduo orgânico. Os tratamentos foram arranjados como fatorial 2x4x2+1, no delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. O teor de matéria seca nos rizomas aumentou com a maturidade do cará-da-costa, passando de 33% em rizomas colhidos aos sete meses, para 36% em rizoma colhidos aos nove meses. Os teores de matéria seca nos rizomas colhidos aos sete meses decresceram de 35,80% e 34,71%, respectivamente, na ausência de estercos para 30,03% e 29,25%, respectivamente, com as doses de 20 t/ha de esterco bovino e de 11,2 t/ha de esterco de galinha. Na colheita realizada aos sete meses, o teor de amido foi de 26%, elevando-se para 29% na colheita aos noves meses. O teor de amido, na colheita realizada aos nove meses, aumentou com as doses de esterco de galinha, atingindo o máximo de 31,6% com a dose de 4,8 t/ha. O teor de cinzas nos rizomas não foi influenciado pelas épocas de colheita, mas naqueles colhidos aos nove meses, o teor aumentou com as doses de esterco bovino e de galinha, atingindo o máximo de 0,78 e 0,67%, respectivamente, nas doses de 12,8 e 6,7 t/ha.An experiment was carried out in EMEPA, João Pessoa, Brazil between September 98 and June 99 to quantify the dry matter, starch and ash content of yam rhizomes, cv. Da Costa, in relation to harvest time and organic fertilization. The area consisted of a red-yellow podzolic sandy soil. Four levels of cattle manure (5; 10; 15 and 20 t/ha, four levels of chicken

  9. Qualidade pós-colheita da pêra (Pyrus communis L. cultivar Carrick submetida a diferentes condições de armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coutinho Enilton Fick

    2003-01-01

    Full Text Available As pêras européias não alcançam a maturidade de consumo na planta, sendo amadurecidas após a colheita, mediante armazenamento. O presente trabalho objetivou avaliar a qualidade pós-colheita de pêras cv. Carrick sob diferentes condições de armazenamento. As frutas foram armazenadas à temperatura de 0±0,5ºC e umidade relativa (UR de 90-95% e, para simulação da comercialização, temperatura de 20º±1ºC e UR de 75-80%. As frutas foram submetidas aos tratamentos: T1 30 dias a 0 ºC; T2 28 dias a 0ºC + 2 dias a 20ºC; T3 26 dias a 0ºC + 4 dias a 20ºC; T4 24 dias a 0ºC + 6 dias a 20ºC. Após 30 dias, foram analisadas as seguintes variáveis: sólidos solúveis totais (SST; acidez titulável (AT; relação SST/AT; cor; firmeza de polpa e ocorrência de podridão. Foram avaliadas, ainda, as características sensoriais de sabor e textura, com equipe treinada. Os valores de firmeza da polpa variaram de 15,51 a 3,70 libras. As cores amarelo e vermelho da epiderme tornaram-se mais intensas nos tratamentos T3 e T4; a AT e os SST variaram de 0,39 a 0,32% e 13,4 a 13,87°Brix, respectivamente. Os tratamentos T3 e T4 apresentaram melhores características de sabor e qualidade geral, sendo as frutas classificadas de boa a ótima qualidade. As frutas armazenadas sob refrigeração por 24 e 26 dias, e transferidas por 4 a 6 dias para temperatura de 20°C apresentaram melhor qualidade na comercialização e consumo.

  10. Modificação da atmosfera na qualidade pós-colheita de ameixas cv. Reubennel Modified atmosphere on postharvest quality of plums cv. Reubennel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barbosa Malgarim

    2005-12-01

    Full Text Available Ameixas, de modo geral, têm curto período de conservação pós-colheita, havendo necessidade de otimizar as condições de colheita e de armazenamento. Este trabalho objetivou avaliar o efeito de diferentes modificadores de atmosfera, durante o armazenamento refrigerado, na qualidade pós-colheita de ameixas cv. Reubennel. Frutas no estádio de maturação meio-maduro foram submetidas aos seguintes modificadores de atmosfera: filmes de polietileno de 12,5 e 15µm de espessura e cera à base de carnaúba e avaliadas após 10; 20; 30 e 40 dias de armazenamento a 0ºC e UR de 90-95%. Avaliaram-se a perda de massa, cor, firmeza da polpa, pH, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, relação SS/AT, incidência de podridões, escurecimento interno e características sensoriais. Essas avaliações foram realizadas 3 dias após a retirada das frutas da câmara fria. Verificou-se que a cera à base de carnaúba GARFRESH N (BL9,5, sem diluição, e filmes de polietileno de 12,5 e 15µm reduziram a perda de massa, porém são impróprios para a modificação da atmosfera, em ameixas cv. Reubennel durante o armazenamento refrigerado. Ameixas cv. Reubennel mantêm a qualidade quando armazenadas durante 30 dias a 0ºC sem atmosfera modificada.Plums quickly loose postharvest quality, which makes imperative to optimize harvest and storage conditions. The objective of this work was to determine the effects of various atmosphere modifiers on the postharvest quality of cold storage plums, cv. Reubennel. Semi-mature fruits were stored under the following atmosphere modifiers conditions: polyethylene films 12,5 or 15µm of thickness; or carnauba wax. After submitted to these conditions the fruits were stored for 10, 20, 30 and 40 days in a cold room at 0ºC and 90-95% RH. Three days after taken out from the cold storage, the fruits were evaluated about: weight loss; color; firmness; pH; soluble solids (SS; titratable acidity (TA; SS/TA ratio; incidence of

  11. Termoterapia para o controle de patógenos em pós-colheita em frutos da cajazeira = Thermotherapy for post harvest pathogens on Spondias fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique de Brito

    2008-01-01

    Full Text Available O tratamento térmico, principalmente água quente, é método alternativo que tem sido utilizado para o controle de doenças e infestações de insetos em frutos póscolheita. O presente trabalho teve como objetivo determinar a combinação de tempo e temperatura adequada para o controle de fungos de pós-colheita em frutos de cajazeira em atmosfera ambiente. No primeiro tratamento, os frutos foram imersos em água quente e no segundo foram expostos ao vapor a 50°C por 0, 10, 20, 30 e 40 minutos para diferentes lotes de frutos. Foram retiradas de cada fruto/tratamento quatro secções, as quais foram incubadas em placas de Petri com BDA, sendo realizadas as avaliações da incidência de fitopatógenos após 7 dias de incubação. Os resultados obtidos demonstraram uma maior incidência de Rhizophus sp. nos tratamentos avaliados e redução de Aspergillus sp. e Fusariumsp., cujo comportamento foi influenciado pelo tratamento termoterápico, podendo ser indicado os tratamentos vapor e banho-maria a 50ºC a partir de 20 minutos como método alternativo no controle pós-colheita de Aspergillus sp. e Fusarium sp. em frutos da cajazeira.Thermal treatment, mainly hot water, is an alternative method that has been used for diseases and pests infestation in post harvest fruits. The present work aimed to determine a combination of correct time x temperature for post harvest fungus control on Spondias fruits. For the first treatment, fruits were dipped on hot water and, for the second, on hot air, both with 50°C for 0, 10, 20, 30 e 40 minutes for different fruit groups. Four pieces were sectioned from each fruit, per treatment, and incubated in Petri dishes with BDA,being evaluated for fungus incidence after seven days incubation. Obtained results showed higher incidence of Rhizopus sp. on the evaluated treatments, and a reduction of Aspergillus sp. and Fusarium sp., while behaviour was influenced by thermotherapy, indicating air and hot water at 50º

  12. O uso de instrumentos de análise ergonômica no processo de trabalho agrícola: o caso da colheita mecanizada da cana-de-açúcar

    OpenAIRE

    Ana Lucy Rodrigues Ferreira

    2014-01-01

    A mudança na dinâmica de trabalho no processo de colheita da cana-de-açúcar, através da crescente inserção de colhedoras mecânicas, tem submetido os trabalhadores a novas condições de trabalho, que inclui a interação com máquinas e equipamentos, ocasionando doenças ocupacionais. Para melhoria das condições de realização do trabalho de forma que esse se torne menos destrutivo das capacidades humanas, é necessária a utilização de instrumentos que permitam a identificação de riscos provenientes ...

  13. Dinâmica do nitrogênio na cultura de cana-de-açúcar em diferentes sistemas de manejo de resíduos da colheita.

    OpenAIRE

    Maria Del Valle Basanta

    2004-01-01

    Com o objetivo de avaliar, durante cinco anos, o efeito de dois sistemas de manejo dos resíduos culturais, colheita tradicional com queima prévia (CQ) e colheita sem queima (SQ), sobre a produtividade da cana-de-açúcar e a dinâmica do nitrogênio no sistema solo-planta em função do nitrogênio introduzido através do fertilizante e dos resíduos culturais, foi instalado um experimento com adubação no plantio com 63kg.ha-1 de N com os seguintes tratamentos: (T1) 15N-SA (sulfato de amônio) e colhei...

  14. Manejo dos resíduos da colheita de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild e a sustentabilidade do sítio.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Fernando Gluck Rachwal

    2010-08-01

    Full Text Available A acácia-negra se adapta a inúmeras condições ambientais por ser uma espécie pioneira de crescimento rápido. Este trabalho foi realizado em povoamentos comerciais puros de acácia-negra de propriedade da TANAGRO S.A., no município de Piratini, RS, em cinco classes de solos, com plantas de mesma procedência, constituindo cada qual um tratamento. Em cada solo, foram avaliados o crescimento em DAP, altura e produção de biomassa aérea. Os solos foram caracterizados química, física e morfologicamente em seus horizontes superficiais. Nas plantas, foram determinado o estado nutricional dos diferentes compartimentos, o teor de tanino na casca e o teor de lignina e extrativos totais no tronco. O Neossolo Litólico eutrófico produziu o maior volume de troncos comerciais, enquanto o Neossolo Litólico álico foi o menos produtivo, mostrando a grande importância da fertilidade do solo na produtividade da acácia negra, sobretudo, o teor de P e as saturações por bases e por alumínio trocável. Se os resíduos não forem queimados, a quantidade de macronutrientes devolvida ao solo (por galhos, flor, folhas e vagens é maior que a quantidade de macronutrientes exportada, com a retirada apenas do tronco comercial e casca, nos solos menos produtivos, confirmando que se trata de espécie recuperadora de solo. Nos solos com maior volume de troncos comerciais produzidos, a quantidade de cálcio e magnésio exportada foi maior do que a devolvida ao solo pelos resíduos da colheita. A concentração de tanino na casca da acácia-negra foi maior em condições adversas de solo, mas a maior produção de casca em solos melhores compensa esse fato.

  15. Comportamento dos óxidos de ferro da fração argila e do fósforo adsorvido, em diferentes sistemas de colheita de cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diogo Mazza Barbieri

    2013-12-01

    Full Text Available Na agricultura, a obtenção de maiores produtividades das culturas com base no manejo sustentável do solo tem levado a uma busca gradativa do conhecimento das variáveis envolvidas nos sistemas de produção. Determinar as causas da variabilidade dos atributos passa a ser uma etapa do planejamento estratégico no setor sucroenergético. Este trabalho teve por objetivo estudar a variabilidade espacial dos óxidos de ferro da fração argila e sua relação com atributos físicos e químicos do solo, em diferentes sistemas de colheita de cana-de-açúcar na Região de Ribeirão Preto, SP. Duas parcelas de 1 ha foram delimitadas em áreas com sistema de colheitas mecanizada e manual. Foram retiradas, em cada área, amostras de solos em 126 pontos, na profundidade de 0,00-0,25 m. Os resultados das análises mineralógicas e químicas foram submetidos às análises geoestatísticas, obtendo-se a dependência espacial, os semivariogramas e os mapas de krigagem dos atributos estudados. Para analisar a correlação espacial entre os atributos estudados, foram construídos semivariogramas cruzados. A variabilidade espacial dos atributos químicos é maior em áreas com colheita de cana crua, quando comparada com áreas de colheita de cana queimada, ao contrário dos atributos mineralógicos, que apresentaram os maiores alcances na área de cana crua. Os atributos matéria orgânica, diâmetro médio do cristal da goethita apresentaram correlação espacial negativa, enquanto a argila apresentou correlação positiva com a adsorção de fósforo nos dois sistemas de colheita de cana-de-açúcar avaliados.

  16. Maturação da maçã 'Gala' com a aplicação pré-colheita de aminoetoxivinilglicina e ethephon Maturation of the 'Gala' apple with preharvest sprays of aminoethoxyvynilglycine and ethephon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano André Steffens

    2006-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação pré-colheita de aminoetoxivinilglicina (AVG e ethephon sobre a maturação da maçã 'Gala' colhidas em diferentes datas. Os tratamentos avaliados foram: controle, ethephon (140g ha-1, AVG (125g ha-1, AVG (125g ha-1 + ethephon (140g ha-1, AVG (95g ha-1 e AVG (95g ha-1 + ethephon (140g ha-1 em combinação com quatro épocas de colheita (131, 138, 145 e 152 dias após o pleno florescimento. A aplicação pré-colheita de AVG, seguida ou não de ethephon, proporcionou frutos com maior firmeza de polpa, cor de fundo da epiderme mais verde e menor produção de etileno, respiração e índice iodo-amido. Entretanto, o AVG retardou a evolução da cor vermelha dos frutos, principalmente na maior dose. A aplicação de ethephon, em plantas anteriormente tratadas com AVG, proporcionou frutos com cor vermelha semelhante ao tratamento controle sem prejudicar a ação do AVG no controle da maturação dos frutos. O atraso na colheita causou amarelecimento da epiderme, índice iodo-amido mais elevado, alta produção de etileno e menor acidez titulável.The objective of this work was to evaluate the effects of preharvest applications of aminoethoxyvinylglycine (AVG and ethephon on the maturation of the 'Gala' apple harvested on differents dates. The treatments were: control, ethephon (140g ha-1, AVG (125g ha-1, AVG (125g ha-1 + ethephon (140g ha-1, AVG (95g ha-1 and AVG (95g ha-1 + ethephon (140g ha-1. These treatments were combined with 4 harvest date (131, 138, 145 and 152 days after full bloom. The application of AVG, combined or not with ethephon, maintained higher flesh firmness, greener peel color, lower starch index, ethylene and CO2 production. However, AVG retarded the development of the red color of the fruit. The application of ethephon in AVG-treated plants increased the red color of the fruit that was similar to control fruit without influencing effect of AVG on the control of

  17. Influência da temperatura de armazenamento na qualidade pós-colheita de goiabas serranas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristina Velho

    2011-03-01

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo avaliar o potencial de armazenagem de goiabas serranas em temperaturas de 23 ºC e 4 ºC. Os frutos foram colhidos em pomar comercial, localizado no município de São Joaquim-SC, e armazenados nas temperaturas de 23 ± 1 ºC (75±5% UR, durante quinze dias e 4 ± 1 ºC (90±5% UR, durante quatro semanas. Durante o armazenamento, foram feitas avaliações de respiração, produção de etileno, teor de sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, cor da epiderme (ângulo hue; hº e ocorrência de escurecimento da polpa, manchas escuras na epiderme e podridões. Durante o armazenamento a 23 ºC, os frutos exibiram um padrão climatérico, com pico respiratório entre o 4º e o 5º dia. Nos frutos armazenados a 4 ºC, houve redução na respiração e na produção de etileno. Em frutos a 23 ºC, foi mais acentuada a redução nos valores de SS, AT e h° da epiderme, e aumento na incidência de manchas escuras na epiderme e de podridões, em relação aos frutos armazenados a 4 ºC. O armazenamento a 4 ºC mostrou-se eficiente na redução do metabolismo respiratório e de produção de etileno, na preservação dos atributos de qualidade (SS, AT e hº da epiderme e na diminuição da severidade das manchas na epiderme e podridões sem, contudo, evitar o desenvolvimento de escurecimento da polpa. O potencial de armazenagem de goiabas serranas a 23 ºC é inferior a uma semana e limitado principalmente pelo desenvolvimento de distúrbios de escurecimento da polpa, manchas na epiderme, bem como podridões.

  18. Efeito do preparo do solo e resíduo da colheita de cana-de-açúcar sobre a emissão de CO2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Regina Moitinho

    2013-12-01

    Full Text Available O solo é um dos principais compartimentos de carbono no ecossistema terrestre, capaz de armazenar quantidades expressivas desse elemento e, portanto, a compreensão dos fatores que contribuem para as perdas de CO2 em solos agrícolas é fundamental para determinar estratégias de redução das emissões desse gás e ajudar a mitigar o efeito estufa. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do preparo do solo e da deposição de resíduos da cultura da cana-de-açúcar na emissão de CO2, temperatura e umidade do solo, durante a reforma do canavial, ao longo de um período de 15 dias. Os manejos avaliados foram: sem preparo do solo e mantendo os resíduos da colheita sobre a superfície do solo (SPCR; sem preparo do solo e sem resíduo (SPSR e com preparo do solo e sem resíduo (CPSR. A menor média de emissão de CO2 do solo (FCO2 foi observada no manejo SPCR (2,16 µmol m-2 s-1, quando comparado aos manejos SPSR (2,90 µmol m-2 s-1 e CPSR (3,22 µmol m-2 s-1, indicando que as maiores umidades e menores variações da temperatura do solo, observadas em SPCR, foram os fatores responsáveis por tal diminuição. Durante o período de estudo, a menor média diária da FCO2 foi registrada em SPCR (1,28 µmol m-2 s-1 e a maior em CPSR (6,08 µmol m-2 s-1, após a ocorrência de chuvas. A menor perda de C-CO2 do solo foi observada no manejo SPCR (367 kg ha-1 de C-CO2, diferindo significativamente (p<0,05 dos manejos: SPSR (502 kg ha-1 de C-CO2 e CPSR (535 kg ha-1 de C-CO2. A umidade do solo foi a variável que apresentou valores mais diferenciados entre os manejos, sendo positivamente correlacionada (r = 0,55; p<0,05 com as variações temporais da emissão de CO2 nos manejos SPCR e CPSR. Em adição, a temperatura do solo diferiu (p<0,05 somente no manejo SPCR (24 ºC, quando comparada aos manejos SPSR (26 ºC e CPSR (26,5 ºC, sugerindo que, para as condições deste estudo, o resíduo da cana-de-açúcar retido sobre a superfície propiciou

  19. EFEITO DA TEMPERATURA E DO USO DE EMBALAGEM NA CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE FRUTOS DE CAGAITA (Eugenia dysentericaDC.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JULIANA DE OLIVEIRA CARNEIRO

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO Eugenia dysenterica DC. (cagaiteira destaca-se entre as espécies nativas do Cerrado por produzir frutos de sabor agradável, os quais podem ser consumidos tanto in natura quanto processados na forma de doces, compotas e geleias. Apesar do potencial econômico, é uma planta pouco explorada, principalmente devido à baixa durabilidade dos frutos. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da embalagem e da temperatura sobre a conservação pós-colheita de frutos de E. dysenterica. Para isto, os frutos de cagaita foram coletados no estádio verde-maduro, ainda ligados à planta-mãe, e levados ao Laboratório de Botânica da Universidade Federal da Bahia, onde foram selecionados quanto à integridade física, ausência de danos mecânicos epatogênicos. Após lavagem em água corrente, os frutos foram secos e acondicionados em bandejas de poliestireno expandido, cobertas por filme de policloreto de vinila (PVC de 10 micras, perfurados e sem perfuração, e em bandejas sem revestimento de PVC. A perfuração foi realizada visando a maior circulação de ar dentro das embalagens. Em seguida, foram armazenados em duas temperaturas, 5 e 25ºC. Para a avaliação da durabilidade dos frutos, foram realizadas avaliações diárias das características físicas e químicas, incluindo coloração, firmeza, pH, perda de massa, altura e diâmetro. O metabolismo de carboidratos também foi avaliado por meio da quantificação dos açúcares solúveis. Os frutos da cagaita apresentaram durabilidade de 5 dias, independentemente dos tratamentos utilizados, sendo que os submetidos à refrigeração apresentaram sintomas de injúria por frio, alteração da coloração e firmeza (25%, redução de pH e do consumo de carboidratos. Já em frutos mantidos a 25ºC, houve amarelecimento completo, perda de firmeza, aumento do pH e maior consumo de carboidratos. Verificou-se que o uso de embalagens, praticamente, não promoveu efeitos ben

  20. Cultivo de Penicillium spp. em resíduos da colheita de soja para produção de celulase, protease e amilase

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joice Raísa Barbosa Cunha

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar a produção de enzimas amilolíticas, celulolíticas e proteolíticas pela linhagem Penicillium spp. LEMI A8221 cultivada em estado sólido em resíduos da colheita de soja, ao longo de quatro dias, em diferentes condições de pH (5,0 e 6,0, temperatura (30 e 35°C e concentrações de substrato (70 e 90% p/v. As atividades máximas obtidas para α-amilase, β-amilase, CMCase e protease foram de 0,20; 0,13; 0,65 e 147 U.mg-1, respectivamente. As condições de fermentação influenciaram a atividade das enzimas, sendo a concentração de substrato, a variável mais significativa para o processo. O tempo de fermentação exerceu efeito apenas para as atividades de amilase sacarificante e CMCase, sendo registrados os menores valores de atividade para essas enzimas, nas primeiras 24 e 48 horas de fermentação, respectivamente. Conclui-se que o isolado Penicillium spp. LEMI A8221 pode ser considerado promissor agente biológico, com aplicação industrial, e o resíduo de soja apresentou-se como fonte de carbono alternativa, no cultivo em estado sólido, para produção de enzimas por esta linhagem microbiana.

  1. Qualidade pós-colheita de frutos de butiá em função do estádio de maturação na colheita e do manejo da temperatura Postharvest quality of jelly palm fruits as a result of maturity stage at harvest and temperature management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2008-02-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do estádio de maturação na colheita, da temperatura de armazenamento e do tempo para o resfriamento na preservação da qualidade pós-colheita de frutos de butiá. Os frutos foram colhidos em três estádios de maturação (verde, verde-amarelo e amarelo e armazenados a 0±2°C e 20±2°C. Frutos armazenados a 0±2°C apresentaram melhor retenção de firmeza, de cor verde da epiderme, de acidez total titulável (ATT e de sólidos solúveis totais (SST, em relação àqueles armazenados a 20±2°C. Os benefícios da refrigeração na preservação pós-colheita foram maiores para frutos colhidos em estádio verde, apesar da sua qualidade inferior, caracterizada pelos altos valores de ATT e baixos valores de SST em relação aos colhidos nos estádios verde-amarelo e amarelo. Frutos armazenados a 0±2°C não apresentaram sintoma de injúria por frio. Durante todo o período de armazenamento, não foi possível observar a ocorrência de climatério respiratório. Não houve diferença significativa nas taxas respiratórias pós-colheita entre os estádios de maturação dos frutos na colheita. O incremento na temperatura de armazenamento de 0 a 30°C ocasionou um aumento significativo nas taxas respiratórias de 50,26 a 658,35 nmol CO2 kg-1 s-1, segundo um modelo sigmoidal, ou seja, um rápido incremento entre 0 a 10°C, seguido de um aumento gradual, tendendo a um equilíbrio na temperatura de 30°C. Houve efeito positivo da imediata refrigeração dos frutos após a colheita na preservação da firmeza, da cor verde da epiderme e da ATT, mas não dos teores de SST. A alta perecibilidade de butiá requer o imediato resfriamento a 0°C, de frutos colhidos no estádio de maturação verde-amarelo, visando a preservar a sua qualidade pós-colheita.This research was carried out to assess the effects of maturity stage at harvest, storage temperature, and cooling delay on postharvest quality preservation

  2. Efeito da idade e do repouso pós-colheita de frutos de pepino na semente armazenada Effect of fruit age and post-harvest period of cucumber on stored seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudio José Barbedo

    1999-05-01

    Full Text Available Para avaliar os efeitos da idade e do repouso pós-colheita de frutos de pepino (Cucumis sativus L. de duas cultivares, Pérola (espinhos escuros e Rubi (espinhos claros, sobre as alterações na qualidade fisiológica das sementes durante o armazenamento, conduziu-se um experimento em Botucatu, SP e Bandeirantes, PR, durante quatro anos. Os frutos foram colhidos desde os 15 ('Rubi' ou 20 ('Pérola' dias até 45 dias após a antese, permanecendo em repouso pós-colheita por 0, 5, 10 e 15 dias, antes da extração das sementes. Antes e após dois e três anos de armazenamento (sacos de papel em ambiente de laboratório, foram retiradas amostras para avaliação do potencial germinativo e do vigor. Os resultados revelaram que sementes imaturas, retiradas de frutos colhidos precocemente (até 30 dias após a antese e sem repouso pós-colheita, perderam totalmente a capacidade germinativa no segundo ano de armazenamento. Sementes que apresentavam valores iniciais de germinação mais elevados, as colhidas de frutos maduros (com ou sem repouso pós-colheita ou de imaturos (30 e 35 dias de idade com 10 a 15 dias de repouso pós-colheita, mantiveram valores acima de 70% após três anos de armazenamento.Seeds from two cucumber (Cucumis sativus L. cultivars, Pérola and Rubi, were evaluated in relation to physiological quality to verify the effects of age and postharvest period of fruits on seed storage potential. Fruits were harvested from 15 ('Rubi' or 20 ('Pérola' to 45 days after flowering and mantained in postharvest for 0, 5, 10, and 15 days before seeds extraction, at room conditions. Seeds were dried and stored in paper bags at room conditions for two and three years. Before and after the storage periods, samples were taken to germination and vigour tests. Results showed that immature seeds (extracted from immature fruits - 30 days after flowering without post-harvest period, did not germinate at second year. However, seeds with high

  3. Variância e média da massa de frutos de abobrinha-italiana em múltiplas colheitas Variance and means of zucchini fruit mass in multiple harvests

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Dal'Col Lúcio

    2008-09-01

    Full Text Available A variância associada à produção em plantas com colheitas múltiplas nem sempre é homogênea, o que compromete a precisão experimental. Com o objetivo de identificar o comportamento da média e da variância da massa dos frutos de abobrinha-italiana (Curcubita pepo com o passar das colheitas, entre as linhas de cultivo dentro de cada colheita e entre colheitas, e verificar a interferência de diferentes manejos nesse comportamento, conduziu-se um trabalho nas estações sazonais inverno-primavera (I/P e verão-outono (V/O 2004/2005. O experimento foi conduzido em dois túneis (T1 e T2, com três linhas de 25 plantas por túnel, com a cultivar Caserta. Em T1 utilizou-se irrigação por gotejamento, com mulching sobre os camalhões e menor aplicação de biocidas que em T2. Em T2 utilizou-se irrigação por aspersores, colocados a 1,8 m de altura, sem mulching sobre os camalhões. Aplicou-se o teste de Bartlett entre as seis variâncias das linhas de cultivo dentro de cada colheita e entre as variâncias médias das seis linhas para verificar a homogeneidade entre colheitas em cada estação de cultivo. Para comparação das médias de produção de cada linha de cultivo, em cada colheita, dentro de cada túnel, e entre linhas de cultivo, com a mesma posição nos túneis, foi aplicado o teste t. Na estação V/O, as variâncias foram homogêneas em duas das onze colheitas e, na estação I/P, em dez das treze colheitas, sendo que em ambas as estações houve maior homogeneidade das variâncias na primeira metade do ciclo. Na estação V/O, as variâncias em T1 foram, de modo geral, menores em todo o ciclo. Nas duas estações houve heterogeneidade na variância entre colheitas. Na estação V/O, ocorreram diferenças significativas em seis e três colheitas, respectivamente em T1 e T2, com as médias de produção atingindo 481,0 em T1 e 454,0 g planta-1 em T2. Na estação I/P ocorreram diferenças de produção na primeira (T1 e quarta e

  4. Green ear yield and grain yield of maize after harvest of the first ear as baby corn Rendimentos de espigas verdes e de grãos de milho após a colheita da primeira espiga como minimilho

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio L e Silva

    2006-06-01

    Full Text Available Baby corn (BC consists of the corn ear harvested two or three days after silk emergence. BC is a profitable crop, making possible a diversification of production, aggregation of value and increased income. Removing the first female inflorescence induces corn to produce others, making possible to produce several BC ears or, alternatively, BC (by harvesting the first ear and green ears or grain. The objective of this work was to evaluate green ear yield and grain yield, after harvesting the first ear as BC. Corn cultivar AG 1051 was submitted to the following treatments, in a random block design with ten replicates (52 plants per plot: BC harvesting; green ear harvesting (grain moisture content between 60 and 70%; mature ear harvesting; BC harvesting and harvesting of other ears as green or mature ears. Marketable green ears yield or grain yield produced without removing the first inflorescence were superior to the green ears yield or grain yield produced after removal of the first inflorescence harvested as baby corn. Harvesting only the first ear as baby corn, and then harvesting green ears or the mature ears, provided lower baby corn yields than that obtained by harvesting all ears as baby corn. Economically, the best net revenues would be obtained by exploring the crop for the production of green ears, green ears + baby corn, baby corn, baby corn + grain, and grain, in this order.O minimilho (MM é a espiga do milho colhida dois a três dias após a emergência dos estilo-estigmas. O MM é rentável e propicia diversificação da produção, agregação de valor e ampliação de renda. A remoção da primeira inflorescência feminina induz o milho a produzir outras. Isso possibilita a produção de várias espigas de MM ou, alternativamente, MM (colhendo-se a primeira espiga e espigas verdes ou grãos. O objetivo do trabalho foi avaliar os rendimentos de espigas verdes e de grãos, após a colheita da primeira espiga como MM. A cultivar AG

  5. Controle pós-colheita da antracnose do maracujazeiro: amarelo com aplicação de óleo de copaíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Elviro de Araújo Neto

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de óleo essencial de copaíba no controle da antracnose, nos frutos do maracujazeiro-amarelo, e comparar sua ação fungicida/fungistática in vitro com o óleo resina de copaíba. No experimento in vivo, os frutos foram inoculados com uma suspensão de esporos da ordem de 10(6 conídios mL-1 e 1% de Tween 80, acondicionados em bandejas de polipropileno e colocados em câmara incubadora com temperatura de 25ºC e 90% de umidade relativa do ar. Passadas 24 horas da inoculação, pulverizou-se óleo essencial nas seguintes concentrações: T1= 0 mL L-1; T2= 0,25 mL L-1; T3= 0,5 mL L-1; T4= 0,75 mL L-1; T5= 1,0 mL L-1, sendo avaliados a perda de massa do fruto, a severidade da antracnose e o número de lesões, ambas aos seis dias. Para o experimento in vitro, utilizou-se do meio de cultura batata-dextrose-ágar (BDA que, após ser esterilizado em autoclave (120 ºC, recebeu óleo essencial e óleo resina de copaíba (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mL L-1. Após o resfriamento do meio de cultura, foi repicado para o centro da placa um disco de micélio de 12,5 mm de diâmetro de Colletotrichum gloeosporioides; e as placas, incubadas a 25ºC e 90% de umidade. A aferição do crescimento micelial foi verificada com o auxílio de paquímetro analógico, após sete dias de crescimento micelial. O óleo essencial de copaíba, nas concentrações de 0,25 mL L-1 a 1.0 mL L-1, não foi eficaz no controle pós-colheita do fungo da antracnose in vivo e na perda de massa dos frutos de maracujá. O óleo resina de copaíba inibiu o crescimento de C. gloeosporioides in vitro de forma mais eficiente que o óleo essencial de copaíba.

  6. QUALIDADE PÓS-COLHEITA DA MORINGA (MORINGA OLEIFERA LAM UTILIZADA NA FORMA IN NATURA E SECA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Menezes dos Passos

    2013-03-01

    Full Text Available A Moringa Oleifera Lam é uma planta ornamental e medicinal e possui a característica de adaptar-se a climas áridos e solos pobres em nutrientes. É um vegetal da família Moringaceae, originária do norte da Índia. Este trabalho teve como objetivo realizar a caracterização físico-química de partes constituintes da planta: folha, flor, semente e vagem utilizadas na forma in natura e seca. O experimento foi conduzido no Laboratório de Tecnologias Alternativas em São Cristóvão - SE. Posteriormente, as amostras de folhas, flores, sementes e vagens utilizadas neste trabalho foram coletadas e separadas em dois lotes, sendo um lote com as amostras que seriam analisadas in natura e o outro com amostras secas em secador solar. Foram realizadas as seguintes análises: atividade de água, acidez titulável, umidade, cinzas, lipídeos, proteínas, carboidratos, vitamina C, carotenoides,fibra total e alimentícia.Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância (ANOVA e teste de Tukey para comparação de médias ao nível de significância de 5%. Foi possível observar que para as análises de acidez, cinzas, lipídeos, proteínas e carboidratos, os resultados encontrados foram maiores nas partes secas quando comparado ao in natura. Entretanto, os valores para atividade de água, umidade, vitamina C e pH foram superiores nas análises in natura quando comparadas às amostras secas. Para os resultados de carotenoides, obtiveram-se variações em ambas as partes. Portanto, a Moringa apresenta-se como um vegetal de excelentes propriedades nutricionais e funcionais.

  7. Qualidade da colheita mecanizada de feijão (Phaseolus vulgaris em dois sistemas de preparo do solo Quality of the mechanical harvesting of beans (Phaseolus vulgaris under two tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rouverson Pereira da Silva

    2013-03-01

    Full Text Available Dentre as etapas de produção do feijoeiro a colheita é uma das mais importantes, porque pode interferir de maneira decisiva na qualidade e no custo de produção. Assim, objetivou-se avaliar a qualidade da operação da colheita mecanizada de feijão (Phaseolus vulgaris, cultivado sob preparo convencional e plantio direto. As variáveis analisadas foram: o nível de ruído emitido, calculado através de um medidor de pressão sonora; o desempenho operacional, sendo monitorado o consumo de combustível, a patinagem dos rodados e a velocidade de deslocamento do conjunto coletados em uma central digital (datalogger; e a operação de colheita quanto à matéria seca e densidade de palhada, e as perdas na colheita. A velocidade e os consumos horário e operacional apresentaram distribuição normal dos dados, enquanto que o nível de ruído apresentou distribuição assimétrica. As perdas na colheita mecanizada de feijão e a densidade de palhada apresentaram baixa variabilidade e distribuição normal. Assim, apenas o consumo horário e a produção de matéria seca de palhada apresentaram comportamento instável em relação ao controle estatístico de processo, enquanto os demais indicadores mostraram condições de manter a qualidade da operação de colheita tanto no preparo convencional de solo quanto no plantio direto.Among the production stages of the bean plant, harvesting is one of the most important, because it can decisively affect both quality and production costs. Thus, the objective was to assess quality in the mechanized harvesting of beans (Phaseolus vulgaris, grown under conventional tillage and no-tillage systems. The variables analysed were: the noise level emitted, calculated using a sound-pressure meter; the operational performance, by monitoring fuel consumption, wheel-slippage, and displacement velocity of the machine, all collected digitally (datalogger; and the harvesting operation with regard to the dry matter and

  8. Influência da época de colheita e do armazenamento em atmosfera controlada na qualidade da maçã 'Braeburn' Influence of harvest maturity and controlled atmosphere conditions on the quality of 'Braeburn' apple

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auri Brackmann

    2002-03-01

    Full Text Available Foi avaliado o efeito da época de colheita e das condições de armazenamento em atmosfera controlada sobre a firmeza da polpa, acidez titulável, ºBrix e, principalmente, sobre a ocorrência de degenerescência da polpa em maçãs (Malus domestica cv. Braeburn. Os tratamentos consistiram na combinação da data de colheita (27/3/1997 e 9/4/1997 com condição de armazenamento (temperatura de 0,5°C com: 1 kPa de O2/4,0 kPa de CO2; 1 kPa de O2/3,0 kPa de CO2; 1 kPa de O2/2,0 kPa de CO2; 21 kPa de O2/0,0 kPa de CO2, e temperatura de -0,5°C com: 1kPa de O2/3,0 kPa de CO2; 1 kPa de O2/2,0 kPa de CO2. Após oito meses de armazenamento, não foi observada suscetibilidade da maçã cv. Braeburn à baixa temperatura de armazenamento (-0,5ºC e os frutos armazenados em ambiente refrigerado apresentaram baixa qualidade para o consumo. As condições de atmosfera controlada de 1 kPa de O2 associadas com 2 e 3 kPa de CO2 e a -0,5ºC apresentaram menor incidência de podridões, rachaduras e degenerescência senescente. Os frutos colhidos tardiamente, em 9/4/1997, apresentaram maior incidência de podridões, polpa farinhenta, degenerescência com cortiça e rachaduras. Nos parâmetros firmeza da polpa, acidez titulável e teor de sólidos solúveis totais não se observaram diferenças entre as condições de atmosfera controlada, após sete dias de exposição à temperatura de 25ºC.This work was carried out to evaluate the effect of harvest maturity and controlled atmosphere on the quality and internal breakdown incidence in apples (Malus domestica cv. Braeburn. The treatments consisted in the combination of harvest maturity (March 27, 1997 and April 9, 1997 with storage conditions (0.5°C with: 1 kPa O2/4 kPa CO2; 1 kPa O2/3 kPa CO2; 1 kPa O2/2 kPa CO2; 21 kPa O2/0 kPa CO2-cold storage and; -0.5°C with: 1 kPa O2/3 kPa CO2; 1 kPa O2/2 kPa CO2. After eight months of storage, there was no low temperature injury on fruits stored at -0.5ºC, and the

  9. Técnicas de pós-colheita e expansão da cultura da manga no Estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PEROSA JOSÉ MATHEUS YALENTI

    2002-01-01

    Full Text Available A demanda por manga tem apresentado crescimento significativo no mercado internacional. No Brasil, a produção de manga apresenta grande potencial de crescimento para exportação. A utilização de técnicas de indução floral e póscolheita tem permitido explorar brechas de mercado, no momento em que se reduz a oferta dos países concorrentes. O Estado de São Paulo tem aumentado a produção e a exportação de manga na última década. O objetivo desse trabalho foi analisar a relação entre a adoção de técnicas de melhoria da qualidade da manga produzida, exigidas na exportação, e a expansão da cultura no Estado de São Paulo. Para a análise da qualidade da manga produzida, utilizou-se como parâmetro o grau de adequação do produtor às normas exigidas nos mercados consumidores, em duas cidades do Estado. A pesquisa de campo mostrou que a adequação aos requisitos exigidos de qualidade tem conformado regiões no Estado de São Paulo, onde o aumento de produção está diretamente relacionado com as exportações. Adicionalmente, verificou-se que essa atividade tem apresentado um retorno econômico atraente aos produtores.

  10. Efeito do hidroresfriamento, da temperatura e da rehidratação na conservação pós-colheita de coentro

    OpenAIRE

    Olliveira, Lucilene Silva de

    2012-01-01

    Os objetivos deste trabalho foram avaliar a influência do uso do pré-resfriamento da temperatura e da hidratação na longevidade de folhas de coentro Português (Coriandrum sativum L.). Na avaliação do uso do pré-resfriamento e do armazenamento refrigerado foram feitos maços de folhas de coentro de 20-25 g. Logo após o feitio, os maços foram imerso por 10 minutos em uma mistura a 5ºC de gelo moído e água (1:3 v/v), seguido de armazenamento a 20 e 5°C. O hidroresfriamento provocou o amarelecim...

  11. Selection of common bean inbred lines with tolerance to high moisture at harvest Seleção de linhagens de feijão com tolerância a alta umidade no momento da colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lidiane Kely de Lima

    2013-04-01

    possam ser utilizados rotineiramente na seleção de linhagens tolerantes a essas condições. Utilizaram-se 95 linhagens em fase de recomendação pelo Programa de Melhoramento Genético da UFLA. Após a colheita, uma amostra de plantas de cada parcela foi retirada para avaliações de germinação dos grãos nas vagens em câmara de nebulização e absorção de água pela vagem e pelo grão. Oito dias após o arranquio foi retirada outra amostra para avaliar o aspecto do grão utilizando escala de notas. Os dados foram submetidos à análise de variância e obtidas as estimativas das correlações fenotípicas de Pearson entre os caracteres dois a dois. As linhagens diferem com relação à tolerância à umidade no momento da colheita, sendo que as de maior tolerância apresentam grãos mais claros. A principal dificuldade na seleção de linhagens de feijoeiro comum para a tolerância a alta umidade na colheita é a repetibilidade das condições ambientais entre as safras. A alternativa é avaliar a quantidade de água absorvida pelas vagens.

  12. Avaliação do crescimento e da maturação pós-colheita de pêras da cultivar shinsseiki Evaluation of growth and postharvest ripening of shinsseiki pears

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SERGIO RICARDO BOLTE LOMBARDI

    2000-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estabelecer características do crescimento e verificar os efeitos pós-colheita de etileno exógeno em frutos da pereira asiática (Pyrus pirifolia 'Shinsseiki'. Em intervalos de 14 dias a partir da plena floração, foram medidos o comprimento e o diâmetro de 20 frutos marcados em 10 plantas de pomar estabelecido em Canguçu, RS. Quando atingiram o máximo desenvolvimento, 168 frutos foram colhidos e submetidos à imersão, por cinco minutos, em soluções com zero, 50, 100 e 150 mg L-1 de ácido 2cloroetil fosfônico (CEPA. Em seguida, foram armazenados por 18 dias à temperatura ambiente, e submetidos a sete avaliações, em intervalos de três dias. Durante a fase de crescimento, foram observados uma curva de crescimento do tipo sigmoidal simples, evolução do ganho de peso e dos teores dos sólidos solúveis totais (SST, redução da acidez titulável total (ATT e da firmeza da polpa. Nos tratamentos póscolheita observaram-se rápida intensificação da cor na epiderme, com o aumento nas doses de CEPA, significativa perda de peso, redução na firmeza da polpa e aumentos graduais nos valores da ATT e do SST. A relação SST/ATT manteve-se constante. As pêras da cultivar Shinsseiki apresentam comportamento climatérico e a concentração de 50 mg L-1 de CEPA já é suficiente para antecipar a maturação em 9 a 12 dias.The objective of this work was to determine fruit development and postharvest ripening of Asian pears cv. Shinsseiki (Pyrus pirifolia treated with different concentrations of 2-chloroethyl phosphonic acid (CEPA. Fruit growth was evaluated at 14 day intervals starting from full bloom; length and diameter of 20 marked fruits were measured in ten plants from an orchard established in Canguçu, RS, Brazil. At maximum growth, 168 fruits were harvested and submitted to immersion for five minutes in solutions of zero, 50, 100 and 150 mg L-1 of CEPA. After the treatment, pears were held at room

  13. Efeito do retardamento da colheita, na qualidade e na vida útil do melão Orange Flesh Effect of the harvest delay on the quality and post-harvest shelf-life of Orange Flesh melons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Vinícius de S. Mendonça

    2004-03-01

    Full Text Available O efeito do retardamento da colheita na qualidade e na vida útil dos frutos do meloeiro foi avaliado. Os frutos, tipo Honey Dew Orange Flesh, foram colhidos no dia adotado pelos produtores como maturidade comercial, um, dois, três e quatro dias após e, foram armazenados a 7 ± 1ºC e UR de 90 ± 5%. O experimento foi conduzido obedecendo delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 5, com cinco repetições, cinco tempos de retardamento (0; 1; 2; 3 e 4 dias após o adotado para a colheita e cinco tempos de armazenamento (0; 7; 14; 21 e 28 dias após a colheita. Foram avaliado a aparência externa e interna, firmeza de polpa, conteúdo de sólidos solúveis e incidência de rachadura no pedúnculo. Foi observada perda gradativa de firmeza da polpa para todos os retardamentos durante o armazenamento. Ao final do experimento os frutos ainda apresentavam aparência própria à comercialização. O conteúdo de sólidos solúveis ficou entre 9 e 12% e a incidência de rachaduras foi menor para os frutos colhidos aos 59; 60 e 61 dias após o plantio.The effect of harvesting delay on quality and postharvest shelf-life of Honey Dew Orange Flesh melons was examined. Fruits were harvested at the stage of commercial maturity and, one, two, three and four days after this period. Fruits were kept at 7 ± 1ºC and 90 ± 5% relative humidity. A 5 x 5 factorial scheme in a completely randomized design with five replications was used, with five harvesting dates (0; 1; 2; 3 and 4 days after the stage of commercial harvest and five storage periods (0; 7; 14; 21 and 28 days. During this period we evaluated the external and internal appearances, flesh firmness, soluble solid content and crack incidence of the peduncle. There occurred reduction of the flesh firmness for all harvest delaying dates. Fruits presented appropriate marketing appearance until the end of the experiment. The soluble solids content varied from 9 to 12%, and the cracking

  14. A colheita da prova e a escolha da tese probatória na perspectiva do processo oral: um diálogo entre os princípios da efetividade e da tempestividade

    OpenAIRE

    Minuzzi, Débora

    2013-01-01

    Poderá haver, no atual estágio de sistema processual, uma colisão entre o princípio constitucional da efetividade e o princípio constitucional da tempestividade. Enquanto aquele visa a conferir às partes os meios necessários à possibilidade de concretização do direito material no mundo fenomênico, este tem por objetivo que a tutela jurisdicional seja prestada em tempo justificável à solução da controvérsia. Partindo do pressuposto de que, na maior parte das circunstâncias concretas, a efetiva...

  15. Poda apical para uniformizar a colheita de flores de ?tango?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francine Lorena Cuquel

    1999-01-01

    Full Text Available Este trabalho testou a poda apical das hastes de tango 4 e 6 semanas após a roçada, para homogeneizar a colheita que, comercialmente, necessita ser feita por um período de aproximadamente 5 dias numa mesma área. Foram avaliados altura média das plantas no primeiro dia de colheita, número médio de hastes colhidas/planta e a média do peso de matéria seca colhida/haste. Só foi verificada diferença significativa para altura média das plantas no primeiro dia de colheita, não se conseguindo reduzir o número de colheitas necessárias por planta. Existem indicações de que há necessidade de reduzir a variabilidade genética da população para homogeneizar a colheita de inflorescências de tango.

  16. Inovação tecnológica na agricultura orgânica: estudo de caso da certificação do processamento pós-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Mello Mazzoleni

    2010-09-01

    Full Text Available A tecnologia empregada na agricultura orgânica e no processamento pós-colheita vem desenvolvendo um padrão produtivo bastante distinto à agricultura "moderna". O desejo do consumidor de adquirir um alimento que não venha causar risco a sua saúde foi alterando o mercado, e o produto orgânico passa a ser preferido e mais valorizado por um segmento da população. Sem o uso de agroquímicos, a agricultura orgânica recupera conceitos tradicionais e se renova a partir da utilização de inovações tecnológicas intensivas em conhecimento. A proposta deste trabalho é estudar os aspectos da inovação no processamento pós-colheita de uma fazenda de produção orgânica, especificamente na embalagem e no processamento mínimo, impulsionada pela exigência de certificação, em um estudo de caso na região do Centro-Oeste brasileiro. O artigo aborda as características históricas da inovação na agricultura, as dificuldades de investimento em tecnologias na agricultura orgânica e a questão da certificação. Este estudo de caso foi realizado a partir de uma série de entrevistas. Os resultados fazem perceber que as modificações nas rotinas internas da empresa e a adoção de uma série de normas técnicas viabilizaram o processo de inovação, possibilitando a adequação da fazenda para obter a certificação exigida para atender ao mercado.The technology used in organic farming and post-harvest processing is contributing to the development of production standards that are quite different from those of modern agriculture. The desire of consumers to acquire food that does not endanger their health is changing the market; and organic products are coming to be preferred and valued by a growing segment of the population. In not using chemical products, organic farming returns to and renews traditional farming concepts by means of knowledge-intensive technological innovations. The objective of the case study reported here was to investigate

  17. Análise de seis sistemas de recolhimento do palhiço na colheita mecânica da cana-de-açúcar Analysis of six systems of trash recovery in mechanical harvesting of sugarcane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio B. Michelazzo

    2008-10-01

    Full Text Available A biomassa da cana-de-açúcar é uma das fontes de energia renovável mais disponível no Brasil, em virtude dos seus resíduos de colheita, como palhiço (pontas e folhas; todavia, o aproveitamento do palhiço em larga escala é dificultado pelo alto custo de sua recuperação, sobretudo no que diz respeito ao recolhimento, adensamento e transporte. Com o presente trabalho, apresenta-se uma análise dos processos envolvidos na recuperação do palhiço, como densidade final do palhiço e princípios operacionais das máquinas envolvidas, juntamente com uma análise econômica, através de um modelo de cálculo de custo, por meio de simulação de rendimentos e capacidades operacionais que compõem cada sistema de recuperação do palhiço. Seis sistemas foram avaliados, técnica e economicamente. De acordo com os resultados, o sistema de colheita integral apresentou o menor custo de recuperação do palhiço para qualquer distância, seguido dos sistemas picado a granel, fardo cilíndrico, fardo algodoeiro, peletização e briquetagem.Sugarcane biomass is one of the energy sources most readily available in Brazil, mainly due to residues such as trash (tops, dry and green leaves. Large scale use of these residues still faces high recovery costs related to gathering, baling, transportation, chopping and residue utilization technology. An analysis was done of the mechanical principles involved in the packing processes. A model was defined to estimate the cost of trash recovery, simulating the field capacity, oil consumption, depreciation, repair and maintenance as well as labor required for the field and transport operations. Six recovery systems were studied both from the technical and economical points of view. The results showed that handling billets and trash together, described as "Integral harvesting", has the lowest cost for trash recovery, both for short and long distances, followed by bulk handling of chopped trash, the round bale, the

  18. Controle da podridão parda do pessegueiro com fungicidas e fosfitos avaliados em pré e pós-colheita Control of peach tree brown rot by fungicides and phosphites evaluated during preharvest and postharvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciene Martins Moreira

    2009-04-01

    Full Text Available A podridão parda é a doença mais importante para a cultura do pessegueiro, entretanto, no Brasil são escassos os trabalhos realizados a campo visando o seu controle. Objetivou-se, neste trabalho, selecionar fungicidas em laboratório e avaliar a sua eficiência e de fosfitos a campo, para o controle da podridão parda monitorando as fases de desenvolvimento de frutos e pós-colheita, além de avaliar as características qualitativas dos frutos. O experimento de campo foi realizado com seis tratamentos e quatro repetições: três fungicidas pré-selecionados in vitro (iminoctadine tris albesilate, myclobutanil e iprodione, dois fosfitos (CaB e de K e testemunha. Foi avaliada a incidência de infecções latentes de Monilinia fructicola em frutos em desenvolvimento e em frutos maduros após a colheita. Para os frutos em desenvolvimento observou-se maior incidência nas duas últimas coletas. No campo, o iprodione e o iminoctadine mostraram eficiência no controle da doença durante as avaliações. Após três dias no ambiente o iminoctadine foi melhor que os demais tratamentos mantendo a incidência da podridão parda em 1,0% contra 31,4% no tratamento com iprodione e 91,2% na testemunha. O fosfito de CaB não mostrou diferença em relação à testemunha no decorrer das avaliações, mas o fosfito de K, reduziu em 60 e 28% o número de frutos doentes aos três e cinco dias, respectivamente, em relação à testemunha. Quanto aos parâmetros de qualidade, o peso médio dos frutos, o diâmetro e a firmeza da polpa, não mostraram diferenças significativas em relação à testemunha.Brown rot is the most important disease in peach tree cultivation, but field studies with control methods are currently rare in Brazil. One of the objectives of this study was to select fungicides in the laboratory then test them in the field, additionally to phosphites, for the control of the brown rot. The control was performed by observing the fruit development

  19. Influência da calagem, da época de colheita e da secagem na incidência de fungos e aflatoxinas em grãos de amendoim armazenados Storage peanut kernels fungal contamination and aflatoxin as affected by liming, harvest time and drying

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Antonia Vieira Rossetto

    2005-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a contaminação e o potencial para síntese de aflatoxinas pelos isolados do grupo Aspergillus flavus em grãos armazenados de amendoim (Arachis hypogaea L., que foram produzidos com distintos procedimentos de calagem, de colheita e de secagem. Para isto, foram avaliadas doze amostras de grãos de amendoim, cv. Botutatu, provenientes de plantas cultivadas em área que recebeu ou não a aplicação de calcário, colhidas aos 104, 114 e 124 dias após a semeadura e secas em condições ambientais e em estufa. Aos 12 e 18 meses de armazenamento, os grãos foram tratados com hipoclorito de sódio e incubados em BDA, a 20°C, por cinco dias. As espécies do grupo Aspergillus flavus foram identificadas após incubação em meio ADM. Posteriormente, o potencial toxígeno foi avaliado pelo método da cromatografia de camada delgada. A análise da freqüência de fungos revelou que os grãos de amendoim armazenados estavam contaminados por Aspergillus spp., Penicillium spp. e Fusarium spp. Os grãos de amendoim, provenientes da colheita antecipada, apresentaram maior contaminação pelo grupo Aspergillus flavus, sendo menor a proporção destes com potencial toxígeno.The objective of this work was to evaluate the effect of the storage on the potential of aflatoxin production by isolates from Aspergillus flavus group in peanut (Arachis hypogaea L.. These kernels were obtained from a field experiment with two areas (with or without lime, three times of harvest (104, 114 and 124 days after planting and two types of dryer conditions (ambient and chamber with forced air. After 12 and 18 months of storage, the kernels were treated with sodium hypochloride and incubated in a PDA at 20°C during five days. The isolates from Aspergillus flavus group were identified after incubation in ADM culture medium. The toxigenic potential was analyzed by thin layer chromatography. The genera detected were Aspergillus, Penicillium and

  20. Alternativas de controle pós-colheita da podridão-parda e da podridão-mole em frutos de pessegueiro Alternatives for post-harvest control of brown rot and soft rot in peach fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Luiz de Carvalho

    2009-03-01

    Full Text Available As exigências do consumidor são cada vez maiores com relação à qualidade de produtos in natura. As podridões, além de causar perdas na produção, reduzem a qualidade final do fruto, interferindo significativamente na comercialização. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a eficiência de produtos alternativos, aplicados na pós-colheita, no controle da podridão-parda (Monilinia fructicola e da podridão-mole (Rhizopus spp. em pêssegos. O experimento foi conduzido no município de Nepomuceno-MG, em talhão de pessegueiro da cultivar Diamante, com 10 anos de idade. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 7 tratamentos e 3 repetições. Para o estudo, foram selecionados frutos sem lesões e sem sintomas das doenças. Os frutos foram mergulhados por 30 segundos em solução contendo os seguintes tratamentos: 1-Óleo de cravo 0,01%; 2-Dióxido de cloro 0,1%; 3-Dióxido de cloro 0,05%; 4-Cloreto de benzalcônio 0,25%; 5-Dicloran 0,12%; 6-Iprodione 0,15% e 7-Testemunha (somente água. Após os tratamentos, os frutos, em número de 10, foram colocados em bandejas esterilizadas, em três repetições. O experimento foi conduzido em condições de ambiente não controlado, sendo feitas avaliações do desenvolvimento das doenças aos 3 e aos 5 dias após os tratamentos em 2005 e aos 3; 6 e aos 9 dias após o tratamento em 2006. O iprodione controlou a incidência e a severidade de M. fructicola e Rhizopus spp. O dicloran foi o tratamento mais eficiente para o controle do Rhizopus spp. e intermediário para M. fructicola. Os tratamentos com óleo de cravo e dióxido de cloro, na maior dose, reduziram a incidência de Rhizopus spp. e para severidade apresentaram resultados intermediários.The consumers demand are increasing with regard to the quality of in nature products. The rot, besides causing loss in production, reduce the quality of the product, interfering significantly in the marketing. The objective

  1. Alteração da eficiência do 1-MCP com o retardo na sua aplicação após a colheita em maçãs 'Fuji suprema' Changes of 1-MPC efficiency by delaying its postharvest application on 'Fuji suprema' apples

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2010-12-01

    Full Text Available Estudos indicam que a eficiência do 1-metilciclopropeno (1-MCP para conservação pós-colheita de maçãs é máxima quando aplicado até uma semana após a colheita. No entanto, o carregamento das câmaras de armazenagem comerciais com maçãs 'Fuji' pode extender-se por mais de uma semana. Os efeitos da aplicação tardia do 1-MCP para maçãs 'Fuji' não têm sido reportados. Este trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos do retardo na aplicação de 1-MCP, a partir da data de colheita, na preservação da firmeza de polpa, acidez titulável (AT e sólidos solúveis (SS, e na prevenção de escaldadura superficial, escurecimento da polpa e podridões em maçãs 'Fuji Suprema'. Os frutos foram colhidos em pomares comerciais do Estado de Santa Catarina, nas regiões de Fraiburgo (quatro pomares, Bom Retiro (três pomares e São Joaquim (três pomares, em abril de 2006. Os frutos foram refrigerados 12 h após a colheita e mantidos durante nove meses sob atmosfera do ar a 0,5 ± 0,5 ºC e 90-95% de UR. Os frutos foram tratados com ar (controle ou 1-MCP (1 µL.L-1, durante 24h, na mesma temperatura de armazenamento, aos 0; 4; 8; 12; 16 ou 20 dias após a colheita. A qualidade dos frutos foi determinada após o armazenamento refrigerado, mais sete dias a 23 ºC. O retardo na aplicação do 1-MCP, por até 20 dias após a colheita, não reduziu sua eficiência na conservação da firmeza da polpa e na prevenção do escurecimento da polpa e podridões, em frutos colhidos nas três regiões, bem como na preservação do teor de SS em frutos colhidos em Bom Retiro e São Joaquim. No entanto, a eficiência do 1-MCP sobre a prevenção da escaldadura superficial foi reduzida quando sua aplicação foi atrasada por 16 ou 20 dias a partir da data de colheita, especialmente nos frutos das regiões que apresentaram maior suscetibilidade ao distúrbio (Fraiburgo e São Joaquim. Os benefícios do 1-MCP sobre a conservação da AT foram reduzidos quando

  2. Pré-resfriamento, embalagem e hidratação pós-colheita de salsinha

    OpenAIRE

    álvares, Virgínia de Souza

    2006-01-01

    A salsinha, por ser folhosa, possui baixa longevidade após a colheita, dependendo, principalmente, das condições de armazenamento e das perdas de água após a colheita. No Brasil, a salsinha tem sido distribuída em temperatura ambiente, sem qualquer tratamento. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do pré-resfriamento, de pulverizações com água gelada, embalagens rígidas de polietileno tereftalato (PET) e da rehidratação das folhas sobre a conservação pós-colheita de salsinha lisa Gr...

  3. Aplicação de dessecantes na cultura de soja: antecipação da colheita e produção de sementes Application of desiccants on soybean crop glycine max: harvest anticipation and seed yield

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.L.S. Lacerda

    2001-12-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido no município de Selvíria-MS, semeando soja do cultivar IAC-15. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, estando os tratamentos dispostos em um esquema fatorial 3x3 e 4x4, sendo os fatores os produtos (dessecantes e as épocas de aplicação, nos anos agrícolas 1996/97 e 1997/98, respectivamente. Os dessecantes utilizados foram: paraquat, diquat e mistura paraquat + diquat, nas dosagens de 0,4; 0,3 e 0,2+0,15 em 1996/97, respectivamente, e os mesmos tratamentos em 1997/98, além do glufosinato de amônio na dosagem de 0,4 kg i.a. ha-1 em 1997/98. Como épocas, foram realizadas três aplicações em 1996/97 e quatro em 1997/98, todas espaçadas de cinco dias a partir do estádio fenológico médio da cultura R6. Concluiu-se que os dessecantes utilizados mostraram-se eficientes na dessecação da soja; foi possível obter antecipação da colheita de sementes de soja, sem alterar a produção, por um período máximo de sete dias.This research was carried out in Selvíria-MS, Brazil, during the growing seasons of 1996/97 and 1997/98, using the soybean cultivar IAC-15. The experimental design was arranged in randomized complete blocks in a 3x3 and 4x4 factorial scheme during 1996/97 and 1997/98, respectively, with the factors being the products (desiccants and timing of application. The desiccants sprayed were: paraquat, diquat and a mixture of paraquat + diquat at rates of 0.4; 0.3 and 0.2+0.15 in 1996/97 and the same treatments in 1997/98 added to ammonium glufosinate at 0.4 kg a.i. ha-1 in 1997/98. The timing of application was spaced every five days, starting from the soybean vegetative stage R6. The tested desiccants were efficient on the soybean desiccation ; it was possible to obtain grain harvest anticipation, without yield reduction, in a maximum period of seven days.

  4. Eficiência dos dessecantes paraquat e diquat na antecipação da colheita do milho Effectiveness of the desiccants paraquat and diquat in anticipating maize harvesting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.C. Magalhães

    2002-12-01

    Full Text Available O uso de dessecantes na cultura do milho pode trazer benefícios para os agricultores, especialmente visando a disponibilização antecipada do solo para implantação de uma nova cultura, assim como o oferecimento antecipado do produto colhido ao mercado. Dentre os dessecantes disponíveis comercialmente, os herbicidas paraquat e diquat merecem destaque. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência dos herbicidas paraquat e diquat, aplicados como dessecantes em diversos estádios de desenvolvimento da cultura de milho, sobre parâmetros produtivos e incidência de doenças nos grãos de milho. O ensaio foi conduzido na Embrapa Milho e Sorgo, Sete Lagoas, MG, utilizando-se os seguintes tratamentos: aplicação de paraquat e diquat aos 14 e 7 dias antes e aos 7 dias depois do ponto de maturação fisiológica (MF, assim como na própria MF. Ambos os produtos foram aplicados na dosagem de 400 g ha-1. O cultivar de milho utilizado foi o BRS 3101. Aos 0, 3, 6, 9, 12 e 15 dias após a aplicação dos produtos foram coletados 30 grãos de seis espigas aleatórias, para determinação da umidade dos grãos e peso da matéria seca. Na colheita foram avaliados: altura da planta e da espiga, índice de espigas, produção de grãos e espigas e sanidade dos grãos. Os produtos testados não apresentaram diferenças de eficiência para a maioria dos parâmetros avaliados, embora visualmente tenha sido constatado que o paraquat age mais rapidamente do que o diquat na secagem do tecido foliar verde. Apesar disso, quando se detectou alguma diferença entre os dois produtos químicos, o diquat foi superior ao paraquat. Com relação às épocas de aplicação dos produtos, foi constatado que a aplicação dos dessecantes aos 14 dias antes da MF resultou em redução na produção de grãos, devido à diminuição no peso da matéria seca dos grãos, apesar de ter antecipado em dois dias a MF e em quatro dias a colheita. Esse fato ficou mais bem

  5. Influência da temperatura de armazenamento na qualidade pós-colheita de goiabas serranas Influence of storage temperature on postharvest quality of feijoas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristina Velho

    2011-03-01

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo avaliar o potencial de armazenagem de goiabas serranas em temperaturas de 23 ºC e 4 ºC. Os frutos foram colhidos em pomar comercial, localizado no município de São Joaquim-SC, e armazenados nas temperaturas de 23 ± 1 ºC (75±5% UR, durante quinze dias e 4 ± 1 ºC (90±5% UR, durante quatro semanas. Durante o armazenamento, foram feitas avaliações de respiração, produção de etileno, teor de sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, cor da epiderme (ângulo hue; hº e ocorrência de escurecimento da polpa, manchas escuras na epiderme e podridões. Durante o armazenamento a 23 ºC, os frutos exibiram um padrão climatérico, com pico respiratório entre o 4º e o 5º dia. Nos frutos armazenados a 4 ºC, houve redução na respiração e na produção de etileno. Em frutos a 23 ºC, foi mais acentuada a redução nos valores de SS, AT e h° da epiderme, e aumento na incidência de manchas escuras na epiderme e de podridões, em relação aos frutos armazenados a 4 ºC. O armazenamento a 4 ºC mostrou-se eficiente na redução do metabolismo respiratório e de produção de etileno, na preservação dos atributos de qualidade (SS, AT e hº da epiderme e na diminuição da severidade das manchas na epiderme e podridões sem, contudo, evitar o desenvolvimento de escurecimento da polpa. O potencial de armazenagem de goiabas serranas a 23 ºC é inferior a uma semana e limitado principalmente pelo desenvolvimento de distúrbios de escurecimento da polpa, manchas na epiderme, bem como podridões.This study was carried out to evaluate the storage potential of feijoas at temperatures of 23 ºC and 4 ºC. Fruit were harvested in a commercial orchard in São Joaquim, SC, and stored at 23 ± 1 ºC (75±5% RH, for 15 days and 4 ± 1 ºC (90±5% RH, for 4 weeks. Fruit were assessed during storage in terms of respiration and ethylene production rates, soluble solids content (SSC, titratable acidity (TA, skin

  6. Tratamento hidrotérmico na manutenção da qualidade pós-colheita de maracujá-amarelo Hydrothermal treatment on the maintenance of postharvest quality of passion fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André José de Campos

    2005-12-01

    Full Text Available Objetivando avaliar o efeito da temperatura de imersão na manutenção da qualidade pós-colheita de frutos de maracujá-amarelo, instalou-se na FCA/UNESP este experimento, composto pelos seguintes tratamentos: T1 (testemunha; T2 (35°C por 2 horas; T3 (35°C por 4 horas; T4 (43°C por 2 horas; T5 (43°C por 4 horas; T6 (53°C por 2 horas; T7 (53°C por 4 horas, sendo os frutos mantidos em câmaras BOD a 12 ± 1 °C e 80-90% UR. A cada três dias, foram retiradas amostras dos tratamentos para as seguintes análises: Grupo destrutivo - pH, firmeza, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, relação (SS/AT, rendimento de polpa e vitamina C; e para o grupo-controle determinaram-se perda de massa e coloração da casca. Com base nos resultados obtidos, os tratamentos hidrotérmicos dos frutos, com temperaturas menores, como é o caso do T2 e T3, apresentaram frutos com menor perda de massa, melhor manutenção da coloração, boa manutenção da firmeza da casca e teores razoáveis de vitamina C, enquanto as temperaturas mais elevadas causaram danos à aparência dos frutos (queima da casca e reduziram os teores de vitamina C na polpa.To assess the effects of immersion temperature on the maintenance of postharvest quality of passion fruit, an experiment was installed in FCA/UNESP. It was composed of seven treatments: T1 (control, T2 (35°C for 2 hours, T3 (35°C for 4 hours, T4 (43°C for 2 hours, T5 (43°C for 4 hours, T6 (53°C for 2 hours, T7 (53°C for 4 hours. The fruits were maintained in BOD chambers at 12 ± 1°C and 80-90% RH. Samples of each treatment were collected every other three days. It was analyzed: Destructive group - pH, firmness, soluble solids (SS, titratable acidity (TA, ratio (SS/TA, pulp yield and vitamin C, as well as mass loss and peel color were determined for the control group. According to the results, lower temperatures treatments, such as T2 and T3, showed fruit with less mass loss, best color maintenance, good

  7. Determinação da escala de coloração da casca e do rendimento em suco do maracujá-amarelo em diferentes épocas de colheita Determination of the peel color scale and juice yield of yellow passion fruits in different harvest seasons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Vianna Silva

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo determinar uma escala de coloração da casca para identificar o estádio de maturação do maracujá-amarelo e avaliar o rendimento em suco, em diferentes épocas de colheita. Os experimentos foram constituídos de 2 épocas de colheita, contemplando a estação de menor temperatura e menor precipitação de chuvas (EP1-Maio/Setembro, a estação de maior temperatura e precipitação de chuvas (EP2-Outubro/Dezembro e 7 estádios de maturação, com 10 repetições. Os resultados foram avaliados pelo teste de Tukey, a 5% de significância. O parâmetro b de Hunter foi utilizado como o indexador da mudança da coloração amarela. Verificou-se que a mudança de coloração ocorreu no sentido da base para o pedúnculo do fruto. Os frutos da época EP2 apresentaram a maior espessura de casca e o menor rendimento em suco, nos estádios iniciais de amadurecimento. Nos frutos com mais de 65,9% da casca amarelada, a época de colheita não influenciou na espessura da casca e no rendimento em suco, apresentando níveis máximos de suco. Frutos da época EP1 apresentaram o máximo rendimento a partir do estádio com 21,3% de cor amarela.This work had the aim to determinate the peel color scale intended to identify the ripening stage of the yellow passion fruit and evaluate its juice yield in different harvest seasons. The experiments were constituted of 2 harvest seasons and they were accomplished during the period of low temperatures and less precipitation (EP1 - May/September and high temperatures and more precipitation (EP2 - October/December, and seven ripening stages using ten replications. The results were compared by applying the Tukey test at the level of 5% of probability. Hunter b parameter was used as the yellowing index. It was verified that the yellow color progressed from the base to the fruit peduncle. Fruits from the EP2 season presented the lowest juice yield and the highest peel thickness in the early

  8. Projeto de cabine de unidade mecânica de auxílio à colheita da cana-de-açúcar (unimac cana com base na ergonomia Cab design for a sugar cane harvesting machine based on ergonomics principles

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emanuel Antonio Barreto

    2013-05-01

    Full Text Available A mecanização da colheita da cana-de-açúcar parece ser o caminho para solução dos problemas decorrentes dos impactos ambientais das queimadas e do trabalho extremamente fatigante na colheita manual. Por outro lado, a mecanização total da colheita levaria milhares de trabalhadores ao desemprego. Para minimizar os impactos ambientais e manter parte desses empregos, a Agricef e a Unicamp estão desenvolvendo o projeto da unidade mecânica de auxílio à colheita da cana-de-açúcar (UNIMAC CANA, baseado em um conceito alternativo representado pela mecanização parcial da colheita, que está em fase de prototipagem. Particularmente, esta pesquisa teve como objetivo o dimensionamento da cabine desse dispositivo e o posicionamento de seus comandos e painéis, com base nas características antropométricas do operador brasileiro. Utilizou-se a metodologia projetual orientada pela preocupação com aspectos ergonômicos. As alternativas de projeto geradas através de quadros morfológicos culminaram no dimensionamento da cabine da máquina com sua disposição de comandos, painel e assento, de modo a acomodar o operador de forma segura e confortável. Através de simulação do campo visual do operador, concluiu-se que a cabine, adotando posição móvel em relação à maquina, seria uma opção viável de projeto nos atributos conforto e dirigibilidade.Sugar cane harvesting mechanization seems to be the solution for the problems related to the environment impact of sugar cane burning and to facilitate manual harvesting, which also is a extremely hard task. By the other way, full harvest mechanization would lead to a massive unemployment. To minimize environment impact and keep some of the harvesting jobs, Unicamp and Agricef are designing and building a harvesting machine that represents an alternative concept due to it partial harvesting mechanization. The main objective of this research is the design of the cab for this machine and the

  9. Relações genotípicas entre componentes da resistência pós-colheita em tomate Cereja e Salada Genotypic relationships between components of postharvest resistance of Cherry and Salad tomato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Moreira Sobreira

    2009-07-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar a necessidade de realizar análise de trilha individualizada para tomates tipo Salada (L. esculentum e Cereja (L. esculentum var. cerasiforme, visando obter informações sobre quais variáveis estão relacionadas com a resistência pós-colheita (RPC, e orientar a seleção de materiais para programas de melhoramento. Realizaram-se análises de variâncias, correlações genotípicas, diagnóstico de multicolinearidade e o desdobramento das correlações genotípicas por meio de análise de trilha. As variáveis mais explicativas da RPC em tomates tipo Salada foram o diâmetro da cicatriz do pedúnculo (DCP e o diâmetro médio do fruto (DMF; a espessura do mesocarpo (ESP e o peso médio dos frutos (PMF em tipo Cereja. Em tomates Cereja, ganhos podem ser obtidos na RPC por meio de seleção indireta via ESP. Estes serão maiores se dentre os frutos de maior ESP forem selecionados os de menor PMF. No caso de Salada, deve-se selecionar indiretamente os frutos de menor DCP e dentre estes os de maior DMF. A análise de trilha deve ser realizada considerando cada tipo de tomate, visto que as variáveis explicativas diferem entre estes.This study aimed to evaluate the need for individual path analysis to Cherry (L. esculentum var. cerasiforme and Salad (L. esculentum tomatoes type, seeking information about which variables are associated with post-harvest resistance (PHR, and guide the selection of material for breeding programs. We performed the variance analysis, genotypic correlations, multicolinearity diagnosis, and the display of genotypic correlations through path analysis. The more explicatory variables of PHR in Salad tomatoes type were the peduncle scar diameter (PSD and the fruit mean diameter (FMD; the mesocarp thickness (MST and fruit mean weight (FMW in cherry type. For Cherry tomatoes, gains can be obtained in the PHR through indirect selection by MST. This will be greatest if among the fruits with more

  10. O USO DE CLORETO DE CÁLCIO E DA CAL PARA O TRATAMENTO PÓS-COLHEITA DE PODRIDÕES EM MAÇÃS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BRACKMANN AURI

    2001-01-01

    Full Text Available Foi desenvolvido um experimento para avaliar a influência da contaminação da água e a eficiência de produtos químicos na lavagem de maçãs cvs. Gala e Fuji sobre a ocorrência de podridão em frutos com ferimentos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições por cultivar e unidade experimental composta por 25 frutos. Os tratamentos foram: a Testemunha (seca; b Testemunha em água; c Inoculação com água com esporos; d Inoculação em água com esporos + 30 horas em temperatura ambiente; e 30 horas em temperatura ambiente + inoculação em água com esporos; f Cal Ca(OH2 (1,5%; g CaCl2 (1,5%. Inicialmente, todos os frutos sofreram quatro lesões de 0,2cm de diâmetro por 0,5cm de profundidade na região equatorial. Os frutos foram inoculados com uma solução de esporos de Penicillium sp. Após aplicação dos respectivos tratamentos, os frutos foram armazenados sob refrigeração a 0ºC para a 'Gala' e -0,5ºC para a 'Fuji'. As avaliações de incidência de podridão foram realizadas na abertura das câmaras (60 dias e após 7 e 14 dias de exposição a 20ºC. Não houve ocorrência de podridão aos 60 dias para os frutos tratados com cal, não diferindo estatisticamente dos tratados com CaCl2. Aos sete e 14 dias, a cal mostrou-se mais eficiente que o CaCl2 na cv. Gala. Os frutos que ficaram 30 horas em temperatura ambiente antes de serem inoculados com uma solução de esporos, apresentaram menor incidência de podridão que os inoculados antes da exposição por 30 horas à temperatura ambiente, indicando que, após a inoculação, o fungo necessita de temperatura adequada para causar podridão.

  11. PRODUTIVIDADE E QUALIDADE PÓS-COLHEITA EM FUNÇÃO DO RALEIO QUÍMICO DOS FRUTOS NO CULTIVO DA MACIEIRA CV. FUJI

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Maria Alves de Souza Ribeiro

    2017-03-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a influência do raleio químico dos frutos na produtividade e qualidade físico-química da macieira cultivar Fuji. O experimento foi implantado em 2011 e conduzido na Estação Experimental de Fruticultura de Clima Temperado (EFCT, pertencente à Embrapa Uva e Vinho, localizada no município de Vacaria, Rio Grande do Sul, na safra 2015/16. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com 5 repetições, cujos tratamentos foram constituídos de diferentes porcentagens do ingrediente ativo do raleante químico tiossulfato de amônia (ATS: T1- Testemunha: sem aplicação do raleante químico tiossulfato de amônia (ATS, T2- Aplicação de 1,5 % de ATS, T3- Aplicação de 2,5 % de ATS, T4- Aplicação de 3,5 % de ATS. Com base nas avaliações realizadas conclui-se que o tiossulfato de amônia na concentração de 1,5% apresentou melhores resultados para produtividade e frutificação efetiva, não afetando a concentração de sólidos solúveis totais, a firmeza da polpa e a incidência de “russeting” dos frutos de macieira cv. Fuji.

  12. Controle da antracnose na pós-colheita de bananas-'prata' com produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais Postharvest control of antracnose in 'prata' bananas with alternatives products to conventional pesticides

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo José Zimmermann de Negreiros

    2013-03-01

    Full Text Available Produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais foram avaliados no controle da antracnose causada por Colletotrichum musae em pós-colheita de bananas 'Prata' [Musa spp. (AAB]. Foram utilizados buquês com três frutos, com diâmetro médio de 32 mm a 36 mm, no estádio pré-climatérico, com coloração de casca totalmente verde. Os frutos foram pulverizados com uma suspensão de conídios de C. musae, na concentração de 2,5x10(5 conídios/mL e mantidos em câmara úmida a 25 ºC, por 24 horas. Após esse período, foram pulverizados com as caldas dos produtos alternativos extrato cítrico 'Biogermex', óleo de nim 'Organic Neem' e óleo de alho 'Probinatu', na concentração de 10,0 mL/L, óleo de pimenta-longa e óleo de cravo-da-índia na concentração de 5,0 mL/L e quitosana na concentração de 10,0 mg/mL, além do fungicida Tectoï SC (tiabendazol na concentração de 0,65 mL/L. Água destilada foi utilizada como tratamento-testemunha. Os frutos tratados com quitosana, óleo de nim e óleo de alho tiveram a severidade da doença reduzida. O óleo de alho foi o produto mais eficiente, com redução também da incidência da doença. A qualidade dos frutos não foi depreciada por nenhum dos tratamentos alternativos nas concentrações utilizadas.Alternatives products to conventional pesticides in the control of anthracnose caused by Colletotrichum musae after harvest of 'Prata' banana [Musa spp. (AAB] were evaluated. Fruits with an average diameter of 32-36 mm were selected at the pre-climacteric stage, with a peel color index of 1 (totally green peel. Hands were subdivided into clusters of three fruits. The fruits were sprayed with a conidial suspension of C. musae at a concentration of 2.5 x 10(5 conidia/mL and were kept in a moist chamber at 25°C for 24 hours. After this period, fruits were sprayed with the alternative products 'Biogermex' citric extract, 'Organic Neem' oil and 'Probinatu' garlic oil at a concentration of 10.0 m

  13. Maturação e qualidade pós-colheita de ameixas 'laetitia' com a aplicação pré-colheita de AVG e GA3

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano André Steffens

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação pré-colheita de aminoetoxivinilglicina (AVG; 0; 90; 125 mg L-1 e ácido giberélico (GA3; 0 e 100 mg L-1 sobre a maturação e a qualidade de ameixas 'Laetitia' após o armazenamento refrigerado. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, com seis tratamentos (três doses de AVG x duas doses de GA3 e quatro repetições. A aplicação do GA3 e do AVG foi realizada 28 e 7 dias antes do início da primeira colheita, respectivamente. O experimento foi conduzido em 2007 e em 2009. Em cada ano foram realizadas três colheitas, sendo 11-01-2007, 17-01-2007 e 25-01-2007 (colheita comercial; 15-01-2009, 22-01-2009 (colheita comercial, e 29-01-2009. Em 2007, frutos da terceira colheita foram armazenados em uma câmara fria comercial durante 22 dias, a 0,5ºC, e umidade relativa de 92% e mais cinco dias de exposição em condição ambiente (temperatura média de 23ºC e umidade relativa média de 60%. A aplicação pré-colheita de AVG (125 mg L-1, isoladamente ou GA3, ou GA3 + AVG, retarda a maturação de ameixas 'Laetitia' na planta. O tratamento pré-colheita de ameixas 'Laetitia' com GA3, seguido da aplicação de AVG, manteve maior firmeza da polpa dos frutos após o armazenamento refrigerado.

  14. Redução da severidade da podridão-amarga de maçã em pós-colheita pela imersão de frutos em quitosana Reduction of the severity of apple bitter rot by fruit immersion in chitosan

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Barbosa Felipini

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de quitosana no controle da podridão-amarga da maçã em pós-colheita e seus efeitos sobre Colletotrichum acutatum e a atividade da peroxidase nos frutos. Frutos previamente infectados com o patógeno foram imersos em suspensões de quitosana com diferentes concentrações e pHs. Para estudar possíveis mecanismos de ação envolvidos no controle da doença, foram realizados testes in vitro, para avaliar o efeito da quitosana sobre a germinação de conídios de C. acutatum e sobre o crescimento micelial. Foi avaliada a capacidade da quitosana de induzir a síntese de enzimas relacionadas à defesa da planta (peroxidases, por meio de ensaio espectrofotométrico. Houve efeito de doses e de pH da quitosana sobre a redução da severidade da podridão-amarga em maçã. A suspensão de quitosana a 10 g L-1 e pH 4 foi a mais apropriada tecnicamente para o controle da doença, pois reduziu a severidade em 26%. O polissacarídeo não elevou a atividade de peroxidases nos frutos, mas reduziu a germinação de conídios e o crescimento micelial do patógeno. A quitosana aplicada em pós-colheita é uma medida alternativa aos fungicidas para o manejo da podridão-amarga.The objective of this work was to evaluate the aplication of chitosan on the control of apple bitter rot in postharvest conditions and its effects on Colletotrichum acutatum and fruit peroxidase activity. Apple fruit previously infected with the pathogen were immersed in chitosan suspensions with different concentrations and pHs. To study some possible action mechanisms, in vitro tests were carried out to evaluate the effect of chitosan on spore germination and mycelial growth of C. acutatum. The capacity of chitosan to induce the synthesis of defense enzymes (peroxidases was evaluated in fruits by spectrofotometric assay. Different doses and pH of chitosan were found to be effective in the reduction of the disease severity. Chitosan at

  15. The germination of bush mint (Hyptis marrubioides EPL. seeds as a function of harvest stage, light, temperature and duration of storage=Germinação de sementes de hortelã-do-campo (Hyptis marrubioides EPL. em função da época de colheita, da luz, temperatura e armazenamento.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Monteiro Corrêa

    2011-10-01

    Full Text Available This study evaluated the effect of light, temperature, physiologic stage at harvest and length of time on the germination of Hyptis marrubioides seeds. Two trials were conducted. The first experiment was performed immediately after the seed harvest and consisted of a 2 x 3 x 3 factorial design with 2 environmental conditions (light and dark, 3 temperatures (20, 30 and 20/30ºC and 3 seed harvest times (green colored seeds, light brown seeds and dark brown seeds. The second experiment was conducted in the presence of light at a temperature of 30ºC and consisted of a 4 x 3 factorial design, with 4 storage times (0, 6, 12 and 18 months and the 3 three harvest physiologic stages used in the previous experiment. Both of the experiments were conducted in randomized blocks, with 4 replications of 100 seeds. Light did not affect germination. By contrast, a temperature of 20ºC retarded the germination process, although the percentage of germinating seeds was not affected. Seed storage and the different harvest physiologic stages affected the Speed of germination index (SGI and the germination percentage. Seeds that were harvested at the more mature stage (dark brown color could be stored for up to 18 months.O presente trabalho teve como objetivos avaliar a influência da luz, da temperatura, do estádio fisiológico na colheita e do armazenamento na germinação das sementes de Hyptis marrubioides. Foram realizados dois experimentos, sendo o primeiro implantado logo após a colheita das sementes, constituído por um fatorial 2 x 3 x 3, com 2 ambientes (luz e escuro x 3 temperaturas (20, 30 e 20/30ºC x 3 épocas de colheita das sementes (sementes com coloração verde, coloração marrom claro e coloração marrom escuro. O segundo experimento, em presença de luz e à temperatura de 30ºC, foi constituído por um esquema fatorial 4 x 3, sendo 4 tempos de armazenamento (0, 6, 12 e 18 meses e 3 três estádios fisiológicos de coleta mencionados no

  16. Análise do desempenho da máquina 'slingshot' em subsistemas de colheita em florestas de eucalipto Analysis of the performance of a slingshot machine in subsystems of eucalyptus forest harvesting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury P. de Souza

    2004-12-01

    Full Text Available Com este trabalho, objetivou-se avaliar, técnica e economicamente, o 'slingshot' em diferentes subsistemas de colheita em florestas de eucalipto. A análise técnica englobou um estudo de tempos e movimentos e produtividade, e a análise econômica envolveu os parâmetros custo operacional, custo de produção e rendimento energético. O elemento processamento nos subsistemas 1 e 2 consumiu mais da metade do tempo do ciclo operacional; já no subsistema 3 os elementos busca e corte, e processamento representaram, juntos, cerca de 75% do tempo do ciclo total. Chegou-se ao custo operacional de US$ 68,45 ha-1 nos subsistemas 1 e 2 e de US$70,78 ha-1 no subsistema 3. Nos subsistemas 1, 2 e 3 os custos de produção do 'slingshot' foram de US$ 1,67; 2,02 e 5,47 m-3 (com casca, respectivamente. O rendimento energético foi de 3,60; 4,37 e 11,42 g kW-1 m-3 com casca, respectivamente.This work had the objective to evaluate technically and economically a slingshot machine in different timber harvesting subsystems in eucalyptus forests. The analysis technique included productivity and a motion and time study. The economic analysis included the parameters- operational cost, production cost, and energy consumption rate. The element processing in subsystems 1 and 2 consumed more than half of the operational cycle time. In the subsystem 3, the elements searching and cutting trees and processing represented together about 75% of the total cycle time. The operational cost was US$68.45 ha-1 in the subsystems 1 and 2 and US$70.78 ha-1 in the subsystems 3. The slingshot production costs were US$ 1.67; 2.02 and 5.47 m-3, in the subsystems 1, 2 and 3, respectively. The energy consumption rate were 3.60; 4.37 and 11.42 g kW-1 m-3, in the subsystems 1. 2 and 3, respectively.

  17. Uva mecânica : A colheita da uva no Brasil ainda é feita de forma manual na maioria dos parreirais. Mas neste cenário já é possível ver máquinas realizando a tarefa antes feita pelas mãos dos trabalhadores, operação que em outros países já possui uma taxa de mecanização maior.

    OpenAIRE

    Valente, Wilson; Barreiro Elorza, Pilar

    2015-01-01

    Uva mecânica A colheita da uva no Brasil ainda é feita de forma manual na maioria dos parreirais. Mas neste cenário já é possível ver máquinas realizando a tarefa antes feita pelas mãos dos trabalhadores, operação que em outros países já possui uma taxa de mecanização maior.

  18. Influência da atmosfera controlada sobre a vida pós-colheita e qualidade de banana 'Prata Ana' Effect of controlled atmosphere on postharvest life and quality of 'Prata Anã' banana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carmozene Maria Silva Santos

    2006-04-01

    Full Text Available A banana é considerada uma fruta de alta perecibilidade em razão de sua alta taxa respiratória. As técnicas de armazenamento pós-colheita que reduzem as taxas respiratórias, retardam o amadurecimento e previnem as desordens fisiológicas dos produtos, permitindo a manutenção da qualidade de produtos hortifrutícolas. Com este trabalho, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes concentrações de O2 e CO2 em banana 'Prata Anã' em combinação com a refrigeração, durante 30, 35 e 40 dias de armazenamento. O experimento foi conduzido na Embrapa Agroindústria de Alimentos EMBRAPA. O delineamento foi inteiramente casualizado. Foram utilizados frutos no grau 2 de maturação (verdes-maturos, armazenados à temperatura de 12,5ºC (±0,5ºC e umidade relativa a 98,0% (±1,0 %. Os frutos foram subdivididos em diferentes condições de atmosfera controlada (AC: grupo controle (atmosfera normal; 2 kPa de O2 + 4 kPa de CO2 (2/4; 3 kPa de O2 + 7 kPa de CO2 (3/7 e 4 kPa de O2 + 10 kPa de CO2 (4/10. Os frutos submetidos à AC 2/4 e 3/7 não atingiram o grau 7 de coloração da casca aos 40 dias de armazenamento, enquanto 24 dias e 32 dias foram necessários para que os frutos controle e os frutos submetidos à AC 4/10, respectivamente, alcançassem tal grau de maturação. A perda de massa foi menor nos frutos sob AC. Houve retenção do amido e açúcares solúveis totais, sobretudo nos tratamentos 2/4 e 3/7 durante o armazenamento. A atmosfera controlada foi eficaz em estender a vida pós-colheita de banana 'Prata Anã', baseado nessas variáveis.The banana is a fruit very perishable because of its high respiration rate. The postharvest storage technical that slow down the respiration rate, retard the ripeness and prevent physiological disorders of the products permits the quality maintenance of horticultural crops. The goal of this work was to evaluate the effect of different concentrations of O2 and CO2, combined with refrigeration, on

  19. Mudanças relacionadas ao amaciamento da graviola durante a maturação pós-colheita Changes related to softening of soursop during postharvest maturation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Auxiliadora Coêlho de Lima

    2006-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar mudanças físicas, químicas e bioquímicas relacionadas ao amaciamento de graviola (Annona muricata L. Crioula durante a maturação. Os frutos foram colhidos no estádio de maturidade fisiológica, em plantas cultivadas na Estação Experimental da Embrapa Agroindústria Tropical, em Pacajus, Ceará, armazenados a 26,3±0,6 ºC e 88±12% de umidade relativa, durante 1, 2, 3, 4 e 5 dias. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. As variáveis analisadas foram: perda de massa, amido, pectina total e solúvel, e atividades das enzimas amilase, pectinametilesterase, poligalacturonase, alfa-galactosidases e beta-galactosidases. Não houve variação significativa no conteúdo de pectina solúvel. Após cinco dias, a perda de massa atingiu 5%, mas não promoveu murcha dos frutos. As reduções nos conteúdos de amido e de pectina total coincidiram com período de expressiva atividade, respectivamente, das enzimas amilase e da poligalacturonase e beta-galactosidase de parede celular. As modificações mais acentuadas no conteúdo de amido, de pectina total, na solubilização de pectinas e na atividade das enzimas amilase, pectinametilesterase, poligalacturonase e beta-galactosidase de parede celular ocorreram no período do segundo ao quarto dia após a colheita.This work aimed to evaluate the physical, chemical and biochemical changes related to softening during maturation of Crioula soursop fruit (Annona muricata L.. Fruits were harvested at the physiological maturity stage from plants grown at Embrapa Agroindústria Tropical Experimental Station, in Pacajus, CE, Brazil, and were stored at 26.3±0.6 ºC and 88±12% relative humidity, during 1, 2, 3, 4 and 5 days. A completely randomized design was used with four replicates. The following variables were evaluated: weight loss; starch content; total and soluble pectin content and enzymatic activity of amylase

  20. Tratamento térmico e prochloraz no controle da antracnose em pós-colheita de frutos de banana 'Prata Anã' Thermotherapy and prochloraz to control of anthracnose on 'Prata Anã' bananas in post harvest conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barreto da Silva

    2008-12-01

    Full Text Available O controle químico, térmico e a refrigeração são os processos mais utilizados no tratamento pós-colheita das bananas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do tratamento térmico, químico e da combinação dos dois métodos e estes associados à baixa temperatura de conservação no controle da antracnose na pós-colheita da banana. Para tanto os experimentos foram realizados em três épocas quando, bananas (Musa sp da variedade 'Prata Anã' (AAB no estádio pré-climatérico eram coletadas e suas pencas individualizadas. As pencas foram submetidas a quatro tratamentos com cinco repetições cada: 1. Tratamento térmico (imersão em água a 56ºC por seis minutos, seguido de resfriamento em água à temperatura ambiente; 2. Tratamento químico por seis minutos (imersão em calda fungicida (prochloraz 2,5 mL.L-1; 3. Tratamento térmico seguido do químico; 4. Testemunha, imersão em água por seis minutos. Após os tratamentos, as pencas eram divididas em duas partes iguais, sendo que uma parte ficou em câmara fria (14ºC com variação de 2ºC e a outra permaneceu à temperatura ambiente. O tratamento térmico não foi eficiente no controle da doença. O fungicida prochloraz a 2,5 mL.L-1 foi eficiente no controle da podridão pós-colheita. A refrigeração retardou o surgimento da doença em até 12 dias. Os resultados indicam que a baixa temperatura, associada ou não ao controle químico, é capaz de controlar a podridão pós-colheita dos frutos por 12 dias.Chemical control and refrigeration are two processes usually adopted in the treatment of the banana post harvest rot. This work has for objective to evaluate the effect on the control of the anthracnose in banana post harvest of the chemotherapy, of the thermotherapy, of the combination of the two listed methods and these all associated to the low conservation temperature. The experiments were replicate three times where banana fruit (Musa sp of the variety 'Prata An

  1. Physiological seed quality of sweet corn seeds as a function of the moisture content at harvest and the drying temperature / Qualidade fisiológica de sementes de milho doce BR 401 (su em função do teor de água na colheita e da temperatura de secagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Dutra Zanotto

    2003-05-01

    Full Text Available The purpose of the present research was to study physiological seed quality of sweet corn as a function of water content and drying temperatures of ears at harvesting time. Experiments were made in the Agriculture School of São Paulo State University located in Botucatu, São Paulo, Brazil. Ears of sweet corn cultivar, BR 401 Doce de Ouro (sugary, were harvested at different times, starting at physiological seed maturity, and submitted to different drying temperatures (30o C and 40o C in an air circulation chamber. After drying, ears were shelled and seeds were stored in paper bags under laboratory environmental conditions. Field dried seeds, with 10.1% of moisture, were utilized as a control. Physiological seed quality for each harvesting date and drying temperature were analyzed before storage and six months after. The following characteristics were utilized: seedling emergency under field condition, speed of seedling emergence, seedling dry matter content, germination, first counting of germination, accelerated ageing test, cold test without soil, electrical conductivity and Ca, Mg, K and Na lixiviated from seeds in the water of the in conductivity test. The following conclusions were drawn: seeds showed a higher sensitivity to drying temperature of 40oC than to 30oC, in the first evaluation, but not after six months of storage. Artificial drying of seeds did not affect seed quality, if harvest occurred between 17.6% and 50.7% of moisture, when compared to field dried harvested seeds.Sementes de milho doce possuem, em geral, germinação inferior, sendo o baixo vigor que essas apresentam, em grande parte, resultado da inadequação da época de colheita e da temperatura de secagem utilizada. O presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade fisiológica das sementes de milho doce cv. BR 401 (su em função do teor de água na colheita e da temperatura de secagem em espiga. O experimento foi conduzido na FCA/Unesp, Botucatu- SP, em

  2. Longevidade pós-colheita de Zingiber spectabile Griff

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GLÁUCIA MORAES DIAS

    2009-06-01

    Full Text Available É crescente a exportação de flores tropicais no Brasil, por apresentarem um grande número de espécies exóticas, diversidade nas suas formas e cores, em adição à sua grande durabilidade pós-colheita. Entre essas está o gengibre ornamental (Zingiber spectabile, sobre o qual são escassas as informações de quais fatores influenciam sua longevidade. Os objetivos deste trabalho foram: caracterizar fisicamente esta espécie, verificar a possibilidade do uso de solução de condicionamento, pulverização com cera e citocinina na pós-colheita de gengibre e o uso de armazenamento a baixas temperaturas. Visando a prolongar a durabilidade comercial das inflorescências do gengibre ornamental, foram testadas soluções de condicionamento contendo 2, 4, 8, 16 e 32% de sacarose, aspersões com cera de carnaúba da marca Aruá (18% de sólidos solúveis e com solução aquosa de 200 mg.L-1 de 6BA (6 benzilamino-purina. O armazenamento foi feito a 10, 13 e 18ºC. Os resultados obtidos quanto à caracterização física foram utilizados na padronização da espécie Analisando todos os resultados, conclui-se que o gengibre ornamental não necessita de nenhum tratamento pós-colheita, devendo simplesmente ser mantido em água limpa depois de colhido.

  3. Comportamento da força de desprendimento dos frutos de cafeeiros ao longo do período de colheita Behavior of the coffee fruit detachment force throughout the harvest period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Castro da Silva

    2010-04-01

    Full Text Available A fim de se realizar a colheita seletiva do café de forma mais eficiente, quando são retirados preferencialmente os frutos maduros, é necessário que haja parâmetros objetivos para nortear a correta regulagem da colhedora em termos de vibração e velocidade operacional. Um possível parâmetro objetivo pode ser a força de desprendimento dos frutos de café. Para esta determinação foi necessário o desenvolvimento e construção de um dinamômetro portátil para a coleta dos dados de campo. Sua construção e calibração foi realizada no Laboratório de Protótipos do Departamento de Engenharia da UFLA. Os ensaios de força de desprendimento dos frutos foram realizados na Fazenda Capetinga, município de Boa Esperança na safra 2006/2007. As cultivares utilizadas nas avaliações foram: 'Mundo Novo IAC 376/4', 'Catuaí amarelo IAC 99' e 'Icatú IAC 3282', transplantadas no espaçamento 4,0 x 1,0 m com população média de 2,5 mil plantas por hectare. Os ensaios foram realizados com três repetições, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado (DIC dentro de uma mesma gleba, em parcelas aleatórias, contendo cinco plantas. Buscou-se levantar a força de desprendimento dos frutos de café na planta de acordo com a maturação dos frutos, sendo classificados para a determinação da força, os frutos verdes, cereja, passa e seco. Concluiu-se que há diferença significativa entre os estádios de maturação dentre as cultivares avaliadas. As cultivares 'Mundo Novo' e 'Catuaí' foram as que apresentaram menores valores médios de força de desprendimento. Foi possível correlacionar a força de desprendimento dos frutos, tratando-se de parâmetro objetivo, para determinar o grau de maturação da cultura.In order to carry out selective harvest of coffee more efficiently, in which ripe fruits are preferably picked, there must be objective parameters to guide the proper regulation of the harvester in terms of vibration and

  4. Prolongamento do período de colheita da tangerineira Ponkan com aplicação de GA3 e 2,4-D Harvest season extent of tangerin 'Ponkan' fruits with the application of GA3 AND 2,4-D

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Moraes Rufini

    2008-06-01

    Full Text Available Conduziu-se, este experimento em pomar comercial, dez anos após o plantio, localizado no município de São João Del Rei - MG, visando ampliar o período de colheita de frutos da tangerineira 'Ponkan' (Citrus reticulata Blanco. Foram avaliados os efeitos do ácido giberélico (GA3 à 0, 10, 20 e 30 mg.L-1 e do Ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D à 0 e 10 mg.L-1 aplicados em duas vezes: 24/4 e 17/5 quando os frutos apresentavam-se com coloração verde da casca e foram realizadas duas avaliações sendo a primeira no dia 25/7, quando já se aproximava a fase final de colheita da região, e a segunda 30 dias após. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 2 x 2, com quatro repetições em parcelas subdivididas. Os resultados mostraram que o 2,4-D, à 10 mg.L-1 influenciou na textura dos frutos, propiciando o prolongamento da colheita de tangerina 'Ponkan'; ¹ aumentou a acidez dos frutos e reduziu a relação sólidos solúveis totais /acidez; que a utilização de 20 mg.L-1 de GA3 promoveu incremento no diâmetro e no peso dos frutos; que o maior rendimento foi obtido no mês de agosto e que não houve diferença no teor de sólidos solúveis nas diferentes épocas de colheita.This experiment was carried out on a ten year-old commercial orchard in São João Del Rei county-MG in order to extend the harvest season of tangerine Ponkan (Citrus reticulate Blanco. One evaluated the effects of Giberelic Acid (GA3 at 0, 10, 20 and 30 mg.0L-1 and Diclorofenoxiacetic acid (2,4- D at 0 and 10 mg.L-1 applied two times: on 4/24 and 5/17 when the fruits still had a green peel color the evaluations were made: the first one on 7/25, when the harvest time in the region was ending, and the second 30 days after. The experimental design adopted was the one of randomized blocks, with a factorial of 4 x 2 x 2, with four split-plot replicates. The results showed that 2,4-D at 10 mg.L-1 influenced fruits texture

  5. Erosão em entre sulcos em área cultivada com cana crua e queimada sob colheita manual e mecanizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Vinícios Garbiate

    2011-12-01

    Full Text Available Embora existam vários estudos ligados às questões ambientais voltadas para a poluição atmosférica, ao uso crescente da biotecnologia e à mecanização do processo de colheita da cana-de-açúcar, a mesma atenção não tem sido dada aos impactos ambientais negativos promovidos pela erosão laminar. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a concentração de matéria orgânica (MO e nutrientes (P, K, Ca e Mg em sedimentos e na água da enxurrada proveniente de erosão entre sulcos em diferentes sistemas de manejo na colheita da cana-de-açúcar utilizados no Estado de Mato Grosso do Sul (cana crua e queimada, sob um Latossolo Vermelho distrófico de textura média. Os tratamentos estudados foram colheita manual de cana queimada, colheita mecanizada de cana crua e colheita mecanizada de cana queimada. Aplicou-se chuva simulada com intensidade de 60 mm h-1, durante 50 min. As concentrações de sedimentos na enxurrada resultantes da erosão entre sulcos, bem como de MO, P, K, Ca e Mg, foram maiores no sistema com colheita mecanizada de cana queimada e menores no sistema com colheita mecanizada de cana crua. A qualidade física do solo sofre influência negativa do sistema de manejo com colheita mecânica de cana queimada, devido ao efeito da pressão exercida pelo tráfego de máquinas na colheita. No entanto, os resíduos vegetais de colheita distribuídos na superfície do solo pela colheita mecânica de cana crua reduzem as perdas de nutrientes e de MO no sedimento, além de aumentarem a capacidade do solo em resistir à degradação física ocasionada pelo tráfego de máquinas na colheita mecanizada de cana.

  6. Prolongamento da vida pós-colheita de bananas-maçã submetidas ao 1-metilciclopropeno (1-MCP - qualidade sensorial e física Extension of postharvest life of 'Apple1 banana subjected to1-methylcyclopropene (1-MCP - sensory and physical quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla Marques Pinheiro

    2010-03-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito do 1-metilciclopropeno (1-MCP sobre a qualidade e extensão da vida pós-colheita de bananas-maçã. Frutas no grau 2 de coloração da casca foram tratadas com 50 nL.L-1 de 1-MCP durante 0 (controle, 6, 9, 12 e 24 horas. Posteriormente, foram armazenadas sob condição ambiente: 22± 2 ºC 85± 5% UR. Avaliaram-se as características sensoriais: aparência dos frutos no grau 4 (frutos mais verdes que amarelos e grau 7 (frutos amarelos com pontuações marrons de coloração da casca; descasque, aroma, sabor, firmeza da polpa e aspecto global nos frutos no grau 7, utilizando-se um teste de aceitabilidade através de escala hedônica de 9 pontos; e ainda a intenção de compra nos frutos nos graus 4 e 7, através de escala de 5 pontos. Avaliou-se também, visualmente, a extensão da vida pós-colheita, e, instrumentalmente, a coloração da casca e firmeza da polpa. Conclui-se que a aplicação de 50 nL.L-1 por um período de 12 horas é a mais adequada, pois promove extensão na vida pós-colheita de bananas-maçã, armazenadas em temperatura ambiente, em aproximadamente 11 dias, sem alterar a qualidade sensorial, a intenção de compra, coloração da casca e firmeza dos frutos quando maduros, comparados ao controle.The objective of this work was to evaluate the effect of 1-methylcyclopropene (1-MCP on the quality and extension of postharvest life of 'Apple1 banana. The fruit, at degree 2 of peel color was treated with 50 nL.L-1 of 1-MCP for 0 (control, 6, 9, 12 and 24 hours. Next, It was stored at room temperature: 22± 2 ºC 85± 5 per cent RH. The following sensory characteristics were evaluated: appearance of the fruit at degree 4 (greener than yellow and degree 7 (yellow with brown spots of peel color; peeling, aroma, flavor, firmness of pulp and global aspect of the fruit at degree 7, using a test of acceptability using the 9-point hedonic scale and also the intention of buying the fruit at degrees 4 and 7

  7. Efeito da colheita seletiva de madeira sobre algumas características físicas de um latossolo amarelo sob floresta na Amazônia Central Effect of selective logging on some physical characteristics of a yellow latosol under rainforest in Central Amazonia State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walane Maria Pereira de Mello-Ivo

    2006-10-01

    Full Text Available A colheita seletiva de madeira pode vir a ser uma forma sustentável de uso da terra para ecossistemas florestais da Amazônia, uma vez que permite a manutenção de parte considerável da biomassa florestal, diminuindo, assim, a perturbação nas áreas exploradas. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da exploração seletiva de madeira sobre as características físicas de um Latossolo Amarelo. A área de estudo localiza-se a cerca de 80 km ao norte de Manaus e a vegetação é do tipo Floresta Ombrófila Densa. O número de árvores retiradas com um trator de esteiras D6, por arraste, em 1993, variou de sete a dez árvores/ha (DAP > 55 cm. O delineamento experimental foi do tipo blocos ao acaso, com três repetições. Seis tratamentos foram avaliados, equivalendo às seguintes classes de perturbação identificadas na área: trilha de trator, centro de clareira, borda da clareira/floresta, borda da floresta/clareira, floresta remanescente e floresta-controle. A colheita seletiva de madeira provocou modificações nas características físicas do solo, principalmente nas trilhas de trator, e representou, em média, 13,8 % da área total explorada. Os valores de densidade do solo e resistência à penetração foram maiores para o solo sob estas áreas, enquanto a macroporosidade e o volume de água disponível para as plantas apresentaram-se menores do que nas demais classes de perturbação. Estas classes foram menos afetadas, não se estabelecendo diferenças significativas para as características físicas do solo entre estas e a floresta-controle, indicando, assim, a colheita seletiva como uma prática de menor impacto para o solo dos ecossistemas florestais da Amazônia.Selective logging may become a form of sustainable use of Amazon forest ecosystems since most part of the forest biomass is maintained and the impacts on the exploited area are lower than in comparison to those under other land uses. The

  8. Utilização de Ecolife® e Acibenzolar-s-metil (ASM no controle da antracnose da banana em pós-colheita Use of Ecolife® and Acibenzolar-S-metil (ASM on the control of antracnosis in banana post-harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marinho Furtado

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação dos produtos ASM e Ecolife no controle da antracnose pós-colheita em frutos de banana. Frutos sadios de banana, variedades maçã, prata, pacovan e cacau , em fase intermediária de maturação, foram imersos previamente em soluções de ASM e Ecolife e inoculados com Colletotrichum musae. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial com quatro repetições. Os resultados apresentados demonstraram a eficácia dos produtos nas concentrações de 5 ml/ L (Ecolife e 0,50g/ L (ASM no controle da antracnose nas variedades analisa das. A variedade cacau apresentou menor lesão quando tratada com o Ecolife (5,79 mm. Com relação ao efeito do ASM, a bana na prata demonstrou um melhor resultado, com tamanho médio de lesão de 5,62 mm. Com o decorrer do processo de maturação dos frutos houve um decréscimo na severidade da doença nas quatro variedades estudadas, exceto no tratamento testemunha, que continuou apresentando aumento no tamanho das lesões nos frutos e atingir a polpa ao final da maturação.The aim of this work was to evaluate the effects of ASM and Ecolife on the control of post-harvest antracnosis in banana. Banana fruits of Maçã, Prata, Pacovan and Figo varieties, at intermediate stage of maturation, were immersed in solutions of ASM and Ecolife and inoculated with Colletotrichum musae A completely randomized design was used, at a factorial scheme 4x2 (four varieties x two products with four replicates. The presented results demonstrated the susceptibility of the fruits to the disease, mainly Maça variety with lesion of 17,99 mm. It was demosntrated the effectiveness of products at concentrations of 5ml. L-1 (Ecolife and 0.50g. L-1 (ASM on antracnosis control. The Figo variety presented the smallest injuries when treated with Ecolife (5.79 mm. Regarding ASM effects, Prata variety demonstrated the best performance, with 5.62 mm of injuries diameter

  9. Épocas de colheita de umbelas e comprimento da haste floral no rendimento e no potencial fisiológico de sementes de cebola Harvesting period of umbels and seed stalk length on seed yield and on physiological potential of onion seed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marie Y. Reghin

    2004-06-01

    Full Text Available O estado do Paraná contribui significativamente para o abastecimento de cebola no Brasil. Apesar disso, ainda não ocorre produção de sementes, o que demanda necessidade de pesquisa nessa área. Avaliou-se épocas de colheita e presença ou não de haste floral nas umbelas sobre o rendimento e potencial fisiológico de sementes de cebola. Os tratamentos resultaram da combinação de três épocas de colheita (com cápsulas ainda verdes, no início de abertura das cápsulas e com 10% de sementes expostas, combinadas com umbelas de haste floral com comprimento de 15 cm ou sem haste floral, arranjados em esquema fatorial 3x2. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Os bulbos da cultivar Crioula foram provenientes da EPAGRI (SC e plantados em julho/2002, em Imbituva (PR, sob cultivo protegido de plástico de polietileno, usando estrutura modelo Londrina. Na fase de florescimento, quatro umbelas por parcela foram etiquetadas para as avaliações. Em cada uma das umbelas colhidas, foram separados e contados o número total de flores fecundadas (cápsulas e de flores não fecundadas. As sementes foram retiradas das cápsulas e posteriormente contadas, obtendo-se o número total de sementes e de sementes por cápsula. Foram avaliadas a massa total de sementes por umbela, massa de 100 sementes e conduzidos os testes de germinação e vigor. A colheita das umbelas com haste de 15 cm não influiu no rendimento nem no potencial fisiológico das sementes. A época de colheita das umbelas influiu na quantidade e na qualidade das sementes. A colheita realizada no início de abertura das cápsulas ou com 10% de sementes expostas resultou em maior número de sementes por umbela, mais semente por cápsula, maior rendimento por umbela e maior massa de sementes. O rendimento médio foi de 2,9 g/umbela. Além disso, resultou em maior vigor e germinação (90,25% e 85,25%, respectivamente. Na prática, é desej

  10. Controle alternativo de podridões pós‑colheita de framboesas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimara Rogéria Antoniolli

    2011-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de tratamentos pré-colheita sobre a ocorrência de podridões pós-colheita e sobre os atributos de qualidade de framboesas (Rubus idaeus L. 'Heritage'. As frutas foram pulverizadas com um dos seguintes tratamentos: água destilada (controle, 6 g L-1 de quitosana, 100 mg L-1 de dióxido de cloro, Bacillus amyloliquefaciens, Curtobacterium pusillum ou Saccharomyces cerevisiae. Foram realizadas colheitas aos 3, 7 e 14 dias após a aplicação dos tratamentos. Após cada uma das colheitas, realizadas no estádio de maturação comercial (coloração rosa, as frutas foram inoculadas individualmente com suspensão de conídios (2x10(5 conídios mL-1 de Botrytis cinerea ou Rhizopus stolonifer. As frutas foram mantidas a 12±0,5ºC por sete dias e avaliadas quanto à incidência de podridões e quanto aos principais atributos de qualidade. Bacillus amyloliquefaciens, C. pusillum e S. cerevisiae proporcionaram menor área abaixo da curva de progresso da incidência das podridões por Botrytis e Rhizopus. Os agentes de controle biológico avaliados não interferem negativamente sobre os atributos de qualidade das frutas, e, portanto, são alternativas potenciais no controle de podridões pós-colheita de framboesas.

  11. Efeito do óleo de soja no controle da antracnose e na conservação da manga cv. Palmer em pós-colheita Effect of soybean oil in the control of anthracnose and on post-harvest conservation of mango, cv. Palmer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Tadeu Vilela Junqueira

    2004-08-01

    Full Text Available Na fase de pós-colheita da manga, a antracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz. é a doença mais importante em termos de expressão econômica. Seu controle vem sendo feito pela imersão dos frutos por 5 minutos, em água a 55 ºC, acrescida de thiabendazo1 a 0,2%. Embora seja eficaz no controle dessa doença, esse fungicida pode deixar resíduo, o que não satisfaz os consumidores que vêm, a cada ano, aumentando as suas exigências por frutos livres de resíduos de agroquímicos e ambientalmente corretos. Dessa forma, esses experimentos foram conduzidos visando à seleção de produtos biológicos que tenham potencial para o controle da antracnose e para a conservação da manga na pós-colheita. Os frutos, colhidos no estádio de maturação 3 e 4, foram imersos por 5 minutos em thiabendazol a 0,24% e benomil a 0,1 % a 22 ºC, 40 ºC ou 45 ºC e em diferentes concentrações de óleo de soja isolado ou em mistura com benomil, thiabendazol e com extrato etanólico de sucupira (Pterodon pubescens Benth.. Após os tratamentos, os frutos foram mantidos em câmaras a 27 ± 1 ºC, 72 % a 85 % de UR (Experimento nº 1 e a 17ºC a 85% a 100% de UR (experimento nº 2. As avaliações foram efetuadas aos 15 dias (experimento nº 1 e aos 30 dias (experimento nº 2 após os tratamentos, determinando-se as porcentagens da superfície dos frutos cobertas com lesões, de frutos verdes, maduros e de vez, ºBrix e textura. O óleo de soja, isolado ou misturado com benomil ou thiabendazol, a 22 ºC ou a 40 ºC, aumentou o tempo de prateleira da manga Palmer e foi eficaz no controle da antracnose.The anthracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz. is the most important post-harvest disease of mango fruit. Its control has been done by immersion of fruits for 5 minutes in hot water at 55ºC containing the fungicide thiabendazole at 200 g/100 liters. Although efficient in the control of mango anthracnose, this fungicide can leave residues. This fact does

  12. Efeitos da adubação orgânica e da época de colheita na qualidade da matéria-prima e nos rendimentos agrícola e de açúcar mascavo artesanal de duas cultivares de cana-de-açúcar (cana-planta Effects of organic fertiliser and harvest date on quality and agricultural yield and of raw-sugar of two sugarcane cultivar (plant cane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Antônio dos Anjos

    2007-02-01

    Full Text Available Conduziu-se este trabalho com o objetivo de estudar os efeitos de três sistemas de adubação (30 t. ha-1 de esterco de curral, 3,5 t.ha-1 de esterco de galinha e adubação química - 120 kg.ha-1 de P2O5 e de K2O no plantio + 60 kg.ha-1 de N em cobertura e três épocas de colheita da cana (julho, agosto e setembro de 2003, na qualidade da matéria-prima e nos rendimentos de colmos e de açúcar mascavo de duas cultivares de cana-de-açúcar (SP79-1011 e RB72454. O experimento foi instalado em área do Alambique JM, Perdões, MG. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial (2 x 3 x 3, com três repetições. Não houve efeito dos fertilizantes nos rendimentos de colmos e de açúcar mascavo das cultivares estudadas. Verificou-se efeito de épocas de colheita no rendimento de colmos, com destaque para os meses de agosto e setembro. No entanto, para rendimento de açúcar mascavo nenhuma diferença foi observada. Assim, nas condições deste trabalho, é viável a substituição da adubação química pela orgânica (esterco de curral ou de galinha, sem perdas na qualidade da matéria-prima e nos rendimentos de colmos e de açúcar mascavo artesanal, sendo que os meses de agosto e setembro foram os que proporcionaram matéria-prima de melhor qualidade e maiores rendimentos de colmos.The objective of this work was to study the effects of three fertilizers process (30 t. ha-1 ofcorral manure, 3,5 t.ha-1 of chicken manure and chemical fertilizer - 120 kg.ha-1 of P2O5 and of K2O at planting time + 60 kg.ha-1 of N in covering and three harvest dates (July, August and September of 2003, in the agricultural yield and of raw-sugar of two sugarcane cultivars (SP79-1011 and RB72454. The experiment was carried out in Alambique JM farm in Perdões, MG, Brazil. The experimental design was a factorial 2x3x3, in randomized blocks, with three replications. No effects of the fertilizers studied in the agricultural yield and of

  13. CORRELAÇÃO ENTRE VOLUMETRIA DE FLORESTAS DE EUCALIPTO E PRODUTIVIDADE E CUSTOS DE MÁQUINAS DE COLHEITA DE MADEIRA1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stanley Schettino

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMO A mecanização das atividades de colheita florestal tornou-se imperiosa para a sua sustentabilidade, buscando ganhos de produtividade e redução de custos operacionais. Como a produtividade e o custo operacional das máquinas florestais podem ser influenciados pela volumetria das florestas (m3/ha, o conhecimento dessa correlação vem a ser importante ferramenta de trabalho no planejamento da colheita. Este estudo foi desenvolvido em áreas de colheita de eucalipto no Estado de Minas Gerais, e seu principal objetivo foi analisar técnica e economicamente as atividades de colheita florestal mecanizada, bem como sua correlação com a volumetria das florestas. Para isso, foram aplicadas técnicas estatísticas de regressão linear e análise de correlação entre a variável volumetria das florestas e produtividade e custos operacionais das máquinas de colheita. Os resultados indicaram haver forte correlação entre a volumetria das florestas e a produtividade das máquinas, bem assim com os custos operacionais, demonstrando maiores produtividades das máquinas e menores custos de colheita com o incremento da volumetria das florestas. O feller buncher apresentou maior correlação, seguido das máquinas de extração (skidder e clambunck skidder e da garra traçadora, sendo esta, provavelmente, mais sensível a outros fatores operacionais. A volumetria das florestas deve ser levada em consideração quando da indicação e dimensionamento das máquinas no momento da colheita, bem como no planejamento das atividades, de forma a aumentar a produtividade das atividades e contribuir para a redução dos custos operacionais.

  14. Efeito da lâmina de irrigação na conservação pós-colheita de melão Pele de Sapo Irrigation effect in the postharvest conservation of Piel de Sapo melon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francismar de Medeiros

    2012-09-01

    Full Text Available Sabe-se que há influência das condições de cultivo na qualidade e conservação pós-colheita dos frutos, sendo escassos na literatura os trabalhos que relacionem o uso de lâmina de irrigação com a qualidade e conservação pós-colheita do melão. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da lâmina de irrigação na conservação pós-colheita de melão Pele de Sapo. Para isto, conduziu-se um experimento em uma área localizada no município de Mossoró (RN, de setembro a dezembro de 2004. O ensaio consistiu do plantio do meloeiro utilizando três lâminas de irrigação L1= 281 mm, L2= 349 e L3= 423 mm, com solo adubado seguindo a exigência da cultura. Os frutos foram colhidos na maturidade fisiológica (60 dias após o transplantio. Em seguida foram transportados para o Laboratório de Pós-colheita da UFERSA, onde se procederam à seleção e lavagem. Uma amostragem dos frutos foi avaliada previamente e os demais foram identificados, embalados e armazenados em câmara refrigerada com temperatura regulada a 10±1ºC e 85±2% UR por 35 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3x2 constituindo-se respectivamente três lâminas de irrigação (L1, L2 e L3 e dois períodos de armazenamento dos frutos (0 e 35 dias, com seis repetições. Verificou-se interação significativa entre lâminas de irrigação e tempo de conservação para vitamina C. Houve acréscimo do pH e diminuição da vitamina C e firmeza de polpa com o incremento da lâmina de irrigação. A firmeza da polpa, acidez e sólidos solúveis dos frutos diminuíram após o período de armazenamento.The occurrence of effects of cultivation conditions on the postharvest quality and conservation of fruits is already known, but the studies are scarce, in the literature, which relate the use of irrigation with postharvest quality and conservation of melon. Thus, the objective was to evaluate the irrigation effect in the postharvest

  15. Qualidade de bulbos de cebola em consequência de tratamentos pré-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Marcos David

    2000-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de se avaliar o efeito de tratamentos pré-colheita na qualidade de bulbos de cebola, através dos parâmetros perda de peso, espessura e coloração da casca, diâmetro e firmeza do bulbo, foi conduzido experimento em Paulínia, Estado de São Paulo, em 1997. Foram utilizados quatro tratamentos: testemunha; oxicloreto de cobre (250 g 100 L-1 de água; ácido bórico (250 g 100 L-1 de água; e a combinação dos dois últimos e seis cultivares: Serrana, Régia, Crioula e três híbridos da SVS, HT, HS-1 e HS-2. Os tratamentos foram aplicados durante a bulbificação. Os bulbos foram armazenados à temperatura ambiente (25ºC e analisados periodicamente para os parâmetros citados. Os resultados permitiram observar que a aplicação pré-colheita do oxicloreto de cobre, nas quatro últimas semanas do ciclo, aumentou significativamente a resistência da casca dos bulbos, reduziu a perda de peso e incrementou a coloração dos mesmos, para todas as cultivares. Cultivares com casca mais escura apresentaram melhor resposta aos tratamentos pré-colheita para a coloração, do que as de casca mais clara. A firmeza dos bulbos, não foi influenciada pelos tratamentos pré-colheita.

  16. Efeito da aplicação de película de fécula de mandioca na conservação pós-colheita de tomate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Damasceno Simone

    2003-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo avaliar a qualidade e a vida útil pós-colheita de frutos de Tomate (Lycopersicon esculentum Mill utilizando recobrimento com película de fécula de mandioca. Após a seleção os frutos foram mergulhados em suspensões a 2 e 3% de fécula de mandioca, secos ao ar e armazenados em condição ambiente, onde a temperatura e a umidade relativa do período variaram de 16 a 21ºC e 51 a 91%, respectivamente. O experimento foi constituído de dois lotes de frutos, sendo o primeiro o grupo não-destrutivo (avaliação de perda de massa. O segundo lote de frutos, constituiu o grupo destrutivo no qual analisou-se textura, pH e sólidos solúveis totais. Os frutos foram avaliados aos 0, 4, 8, 11, 14, 18 e 22 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com cinco repetições para o primeiro grupo e três repetições para o grupo destrutivo. Os dados experimentais obtidos foram submetidos à analise de variância e as médias comparadas através do teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Os tratamentos não influenciaram significativamente a perda de massa e a textura. Entretanto, os frutos recobertos com película a 3% apresentaram melhor aparência do que os frutos testemunha e com película a 2%. O efeito das películas portanto, não foi prejudicial, apenas estético.

  17. PONTO DE COLHEITA E QUALIDADE DE GOIABAS ‘KUMAGAI’ E ‘PALUMA’

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    FLAVIA CRISTINA CAVALINI

    2015-03-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve como objetivo estudar a influência do estádio de maturação na qualidade de goiabas ‘Kumagai’ e ‘Paluma’. Frutos sadios das duas cultivares colhidos em cinco estádios de maturação, definidos com base na coloração da casca e armazenados sob condição de ambiente (25±1ºC e 85±5% UR, foram avaliados na ocasião da colheita e após atingirem completo amadurecimento quanto à vida útil, coloração da casca, firmeza da polpa, teores de ácido ascórbico, sólidos solúveis SS e acidez titulável (AT, assim como quanto à relação SS/AT e ao sabor. Os resultados indicaram que goiabas da cv. Kumagai apresentam maior vida útil (6,8 dias, em média que as ‘Paluma’ (3,2 dias, em média e que este período é influenciado pelo estádio de maturação.Independentemente da cultivar, goiabas colhidas nos estádios iniciais de maturação mantiveram-se mais ácidas (0,71% que as colhidas mais tardiamente (0,57%, com o agravante de que, na cv. Kumagai, a colheita no estádio 1 resultou em retenção da cor verde da casca. A colheita das goiabas nos estádios iniciais de amadurecimento, apesar de prolongar o período de conservação, implica frutos de qualidade inferior. Por outro lado, a colheita em estádios de maturação mais avançados torna indispensável a implementação de técnicas de conservação adequadas às características intrínsecas de cada cultivar, de modo a garantir a qualidade da fruta oferecida ao consumidor.

  18. Caracterização morfocultural e infecção cruzada de Colletotrichum gloeosporioides agente causal da antracnose de frutos e hortaliças em pós-colheita / Morfocultural characterization and cross infection Colletotrichum gloeosporioides causes anthracnose in fruits and vegetables post-harvested

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimar Pereira Bonett

    2010-12-01

    Full Text Available O fungo Colletotrichum gloeosporioides infecta uma grande variedade de plantas em regiões tropicais, subtropicais e temperadas ocasionando consideráveis perdas econômicas em doenças pré e pós-colheita. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a morfologia e a infecção cruzada de isolados de Colletotrichum gloeosporioides obtidos de frutos e hortaliças em pós-colheita. Os isolados foram obtidos de lesões de frutos com sintomas de antracnose e cultivados em meio de cultivo BDA, sendo a avaliação do crescimento micelial realizada por meio de duas leituras diárias do diâmetro das colônias pelo período de quatorze dias e a caracterização morfológica das colônias realizada no final deste período. Para a realização do experimento, utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualisado com três repetições por tratamento. Para o experimento da infecção cruzada foram realizados dois ferimentos em frutos sadios nos quais foram depositados blocos de meio de cultura com 6 mm2 contendo os isolados. O delineamento experimental foi em esquema fatorial de 8 x 8, com quatro repetições. As médias de ambos os experimentos foram analisadas por meio do teste de Scott-Knott com 5% de probabilidade. A maioria dos isolados de C. gloeosporioides possuem grande potencial de infecção cruzada, já que foram capazes de causar lesões em frutos de mamão, manga, abacate, chuchu, jiló, pimentão verde e pimenta. Os isolados de frutos de mamão e abacate apresentaram o maior índice de crescimento micelial e os isolados provenientes do chuchu apresentaram o menor. Quanto ao desenvolvimento de lesões, o mamão apresentou-se mais suscetível, com lesões maiores, enquanto que a pimenta cambuci demonstrou-se a mais resistente, apresentando as menores lesões.

  19. Assessment of the efficiency of essential oils in the preservation of postharvest papaya in an antimicrobial packaging system Avaliação da eficiência de óleos essenciais na preservação pós-colheita de mamão mediante um sistema de embalagem antimicrobiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Judith Perez Espitia

    2012-12-01

    orégano, canela e de capim-limão foi avaliada. Os sachês foram testados in vitro contra espécies de fungos fitopatogênicos de Alternaria alternata, Fusarium semitectum, Lasiodiplodia theobromae e Rhizopus stolonifer. Além disso, foram avaliados os efeitos dos sachês quanto aos parametros microbiológicos e físico-químicos de mamão na pós-colheita. Os OE puros ou incorporados em sachê apresentaram atividade antifúngica in vitro contra todos os fungos testados. No acondicionamento de mamão, os sachês com canela, orégano e capim-limão mostraram uma redução significativa do crescimento de mesófilos aeróbicos e de bolores e leveduras, sendo o sachê com canela o de maior atividade na redução destes microrganismos após o tempo de estocagem. Os parâmetros físico-químicos de qualidade do mamão, como perda de peso, cor da casca, firmeza, relação sólidos solúveis totais/acidez titulável e pH não foram alterados significativamente pela presença dos sachês com OE, não afetando o processo natural de amadurecimento do mamão.

  20. Sistemas de colheita da cana-de-açúcar e alterações nas propriedades físicas de um solo podzólico amarelo no Estado do Espírito Santo Sugar cane harvesting systems and changes on physical properties of a yellow podzolic soil in Espírito Santo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Bacis Ceddia

    1999-08-01

    Full Text Available Foi instalado um experimento de longa duração (1989-1994 com cana-de-açúcar (variedade RB 739735 no município de Linhares, ES, com o objetivo de avaliar o efeito dos seguintes sistemas de colheita da cana-de-açúcar: a Sistema Cana Crua - corte da cana sem queima, com posterior espalhamento do palhiço sobre o solo; e b Sistema Cana Queimada - corte da cana com queima prévia do palhiço, sobre algumas propriedades físicas de solo Podzólico Amarelo em área de tabuleiro. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, com seis repetições. Após seis anos de cultivo, constatou-se alteração do solo no sistema Cana Queimada, evidenciada pela diminuição do diâmetro médio ponderado dos agregados estáveis em água e pelo aumento da densidade do solo na profundidade de 0-5 cm. Foram também detectadas alterações significativas na porosidade total e distribuição de poros, na profundidade de 0-5 cm, devido às práticas de manejo do sistema de colheita. Verificou-se, ainda, que a velocidade de infiltração instantânea foi maior nas áreas sob tratamento sem queima. Os mesmos resultados não foram encontrados quando se avaliou o fluxo de água saturado através do método do permeâmetro.A long term (1989-1994 experiment with sugar cane (RB 739735 was carried out, in Linhares, ES, Brazil, in order to evaluate the effect of two systems of sugar cane harvesting: the first with previous burning (burned cane, and the second with crop residue remaining on the soil surface (green cane, on some physical properties of a tableland Yellow Podzolic soil. The statistical design was in randomized blocks, replicated six times. After six years of cultivation, a process of soil degradation was observed in the burned cane system, with decreasing of aggregate mean diameter and increasing of soil bulk density at the 0-5 cm soil depth. There were also differences in total porosity and porous distribution at the 0-5 cm soil depth as a consequence

  1. Influência da distância entre passadas de colhedora equipada com monitor de colheita na precisão dos mapas de produtividade na cultura do milho Influence of distance between combines equipped with yield monitors on the precision of yield maps for corn crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio L. Bazzi

    2008-06-01

    Full Text Available Um dos entraves para a maior expansão da agricultura de precisão está, principalmente, no elevado custo dos equipamentos a serem utilizados. A geração de mapas de produtividade é a fase de mais fácil execução na agricultura de precisão. Entretanto, quando várias colhedoras operam simultaneamente em uma determinada área, nem sempre é possível dispor de monitores de colheita em todas as máquinas. Assim, neste trabalho, foi avaliado o decréscimo da precisão em mapas de produtividade obtidos a partir de áreas onde se utilizaram colhedoras não-equipadas com monitor de colheita associadas a colhedoras monitoradas. Também foram comparados os métodos de interpolação "inverso da distância ao quadrado" e "krigagem". Inicialmente, a interpolação do mapa com todos os pontos de amostragem (original foi gerada e, a partir dessa, foi feita a eliminação de passadas de modo a obter os mapas simulados. Na comparação entre os mapas simulados e o original, foi utilizado o coeficiente de desvio relativo - CDR, e o índice kappa. O número de passadas eliminadas diminuiu a precisão dos mapas em ambos os métodos de interpolação. Sendo assim, a quantidade mínima necessária de monitores em um conjunto de colhedoras depende da precisão desejada. Portanto, as máquinas devem ser intercaladas de maneira que as amostras sejam coletadas uniformemente por toda a área a ser colhida.One of the main obstacles to the larger expansion of precision agriculture is the high cost of the equipments to be used. The generation of yield maps is the easiest step in the sequence of the precision agriculture process. Nevertheless, the availability of yield monitors for all the machines is not always possible when several combines are concomitantly harvesting in a given area. Within this context, this research was carried out aiming to evaluate the decrease of precision of yield maps obtained from data collected in areas where combines not equipped with

  2. Ensaio tecnológico e sensorial de soja [Glycine max (L. Merrill] enlatada em estádios verdes e no estádio da maturação de colheita Technological and sensorial assay of soybean [Glycine max (L. Merrill] canned at green stages and at harvest maturation stage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.F.P BARCELOS

    1999-01-01

    Full Text Available Foi estudada a viabilidade de consumo da cultivar de soja IAC PL-1 enlatada como grão verde e sua melhor época de colheita para enlatamento. Para tanto procederam-se cinco colheitas a partir do 48º dia após a floração (DAF até a extinção da coloração verde. O processamento iniciou-se pelo branqueamento das vagens, debulha e enlatamento. Aos cinco lotes obtidos adicionou-se um sexto lote para estudar o efeito do armazenamento. Para qualificar os seis lotes de grãos enlatados foram efetuadas medidas de peso, cor, textura e características do líquido de enlatamento. Foram realizados estudos das propriedades sensoriais dos grãos enlatados para dimensionar a aceitação pela degustação e aparência. O enlatamento foi otimizado para 121ºC com tempo de esterilização em torno de 4 minutos. A maturidade fisiológica dos grãos ocorreu entre o 61º ao 64º DAF. O processo térmico conservou a cor verde dos grãos enlatados e não induziu perda expressiva da massa dos grãos; a textura firme dos grãos aumentou com a maturação. Os provadores demonstraram boa aceitação dos produtos e não ocorreu preferência em relação aos estádios de maturação. O trabalho conclui que grãos verdes de soja IAC PL-1 proporcionam enlatados com boas características técnicas e gustativas. Foi observado que grãos colhidos no ponto convencional de maturação, armazenados e enlatados obtiveram boa aceitação gustativa, concluindo-se que a cultivar IAC PL-1 é também adequada para o consumo e enlatada após o armazenamento.It was investigated the consumption possibility of the soybean cultivar IAC PL-1 canned as green grain and its best harvest time for canning. Five harvests were processed from the 48th day after flowering (DAF until extinction of the green coloration. The canning procedure started by pod bleaching, dehulling and canning. To the five lots obtained, a sixth lot was added to study the effect of storage. To qualify the six lots of

  3. Influence of the use of acids and films in post-harvest lychee conservation Influência da utilização de ácidos e filmes na conservação pós-colheita de lichia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Fabíola Pereira da Silva

    2012-12-01

    Full Text Available Lychee (Litchi chinensis Sonn. has a high commercial value; however, it has a short shelf-life because of its rapid pericarp browning. The objective of this study was to evaluate the shelf-life of 'Bengal' lychee fruits stored after treatment with hydrochloric acid and citric acid, associated with cassava starch and plastic packaging. Uniformly red pericarp fruits were submitted to treatments: 1-(immersion in citric acid 100 mM for 5 minutes + cassava starch 30 g L-1 for 5 minutes, 2-(immersion in hydrochloric acid 1 M for 2 minutes + starch cassava 30 g L-1 for 5 minutes, 3-(immersion in citric acid 100 mM for 5 minutes + polyvinyl chloride film (PVC, 14 µm thick and 4-(immersion in hydrochloric acid 1 M for 2 minutes + PVC film. During 20 days, the fruits were evaluated for mass loss, pericarp color, pH, soluble solids and titratable acidity, vitamin C of the pulp and pericarp and activities of polyphenol oxidase and peroxidase of the pericarp. The treatment with hydrochloric acid associated with PVC was the most effective in maintaining the red color of the pericarp for a period of 20 days and best preservation of the fruit. The cassava starch associated with citric acid, and hydrochloric acid did not reduce the mass loss and did not prevent the browning of lychee fruit pericarp.A lichia (Litchi chinensis Sonn. possui alto valor comercial no mercado, entretanto, apresenta vida útil pós-colheita curta, por causa do rápido escurecimento do pericarpo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a vida útil pós-colheita de lichias 'Bengal', armazenadas após tratamento com ácido clorídrico e ácido cítrico, associados a fécula de mandioca e embalagem plástica. Frutos com pericarpos uniformemente vermelhos foram submetidos aos tratamentos: 1-( imersão em ácido cítrico 100 mM por 5 minutos + fécula de mandioca 30 g/L por 5 minutos; 2-( imersão em ácido clorídrico 1 M por 2 minutos + fécula de mandioca 30 g/L por 5 minutos; 3-( imers

  4. OBTENTION METHODS OF RESPIRATORY TRACT CELSS IN HEALTHY SHEEP BY THE TRACHEOBRONCHEAL LAVAGE TECHNIQUE BY NASOTRACHEAL VIA METODOLOGIA DE COLHEITA DE CÉLULAS DO TRATO RESPIRATÓRIO EM OVINOS SADIOS ATRAVÉS DA TÉCNICA DE LAVAGEM TRAQUEOBRÔNQUICA POR VIA NASOTRAQUEAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Calderon Gonçalves

    2008-07-01

    Full Text Available

    The technique of pulmonary cells obtention by nasotracheal intubation was evaluated and the cellular population of 19 healthy sheep was characterized. The animals were hold standing still with head and neck strait; aligned with the vertebral spine and a silicone tube guide till the carina, to introduce a lower caliber tube for precede the tracheobronchial lavage. The average counting of nucleated cells was 64.650 ± 49.674. The cytological analyses of the samples slowed by the average of obtained percentages: 62.74% of macrophages, 15.01% cylindrical epithelial cells, 20.04% of neutrophills, 1.44 of lymphocytes and 0.77% of eosinophills. It was concluded that this methods of sample obtention by nasotracheal intubation to reach the tracheobronchial region was efficient to cytological characterization and cellular differentiation in the obtained samples, being well supported by the animals.

     

    KEY WORDS: Citocentrifugation, cytology, tracheobronchial lavage, sheep.

    Avaliou-se a técnica de colheita de células do trato respiratório em ovinos, por sondagem nasotraqueal, e caracterizou-se a população celular em dezenove ovinos clinicamente sadios. Os animais foram contidos em estação, com cabeça e pescoço estendidos e alinhados com a coluna vertebral. Após a contenção, introduziu-se uma sonda-guia siliconizada até a bifurcação da traquéia, por dentro da qual se passou uma sonda de menor calibre, para realização do lavado traqueobrônquico. A média da contagem de células nucleadas foi de 64.650 ± 49.674. A análise citológica das amostras evidenciou, pelas médias das porcentagens obtidas, 62,74% de macrófagos, 15,01% de células epiteliais cilíndricas, 20,04% de neutrófilos, 1,44% de linfócitos e 0,77% de eosinófilos. Concluiu-se que o método de colheita por sondagem nasotraqueal foi eficiente na obtenção de amostras de regi

  5. Plataformas de colheita e colheita manual com trilha mecânica sobre a qualidade de sementes de arroz ( Oryza sativa, L. Harvest header and manual harvest with mechanical strip on rice ( Oryza sativa, L. seeds quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Fernandez Franco

    1999-06-01

    Full Text Available Durante a colheita do arroz irrigado ocorrem perdas e danos físicos e fisiológicos às sementes. No final da década de oitenta, surgiram as plataformas recolhedoras, que retiram ou arrancam o grão ao invés de cortar a panícula, porém, pouco se conhece a respeito dos danos físicos e fisiológicos que este sistema de plataforma pode causar às sementes. Este trabalho teve por objetivo avaliar os danos mecânicos causados às sementes dos cultivares de arroz BR-IRGA 409 e BR-IRGA 410, por três formas de colheita: (a colheita manual e trilha mecânica; (b colheita com plataforma de corte; (c colheita com plataforma recolhedora. Quando a colheita foi mecânica, realizou-se a coleta das amostras diretamente no graneleiro. O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com seis repetições. Os resultados demonstraram que as sementes de arroz irrigado dos cultivares estudados não apresentaram diferenças significativas em suas qualidades físicas e fisiológicas, quando colhidas com plataforma de corte e com a plataforma recolhedora. Estes dois métodos de colheita, porém, apresentaram danos significativamente maiores quando comparados à colheita manual e trilha mecânica.During irrigated rice harvesting occur losses and physical and phisiological seed damage. Late 80's, appeared the strippers headers that strip the grain, instead of cutting the spike. However, little is know about physical and phisiological seed damage by harvest header. The objective of this work was to evaluate the mechanical damage caused to BR-IRGA 409 and BR-IRGA 410 rice cultivars by three harvesting methods: (a manual harvesting and mechanical strip; (b cutterbar harvesting and; (c stripper header harvesting. Samples were collected directly in the grain tank when the harvest was mechanical. The experimental design was randomized blocks with six replications. Results demonstrated that the rice seeds of the studied variety didn't showed significant differences in

  6. Conservação pós-colheita de mangaba em função da maturação, atmosfera e temperatura de armazenamento Postharvest conservation of mangaba fruit as a function of maturity, atmosphere, and storage temperature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Ferreira dos Santos

    2009-03-01

    Full Text Available Nesse trabalho, avaliou-se a influência de Atmosfera Modificada (AM por filme de PVC na conservação pós-colheita de mangabas colhidas nos estádios de maturação Verde (V, início da pigmentação amarela (IP e fruto amarelo com leves manchas vermelhas (AV e armazenadas sob refrigeração (10 ± 0,5 ºC e 90 ± 2% UR e sob condições ambientes (23 ± 2 ºC e 75 ± 2% UR. O uso de AM associada à refrigeração resultou em menores perdas de massa fresca, permitiu a manutenção da vida útil pós-colheita dos frutos durante 15 dias, mantendo a aparência geral acima do limite de aceitação pelo consumidor, para os três estádios de maturação avaliados. Mangabas colhidas no estádio de maturação verde não desenvolveram a coloração característica e apresentaram visível incidência de danos pelo frio quando mantidas sob refrigeração. Frutos colhidos no estádio de maturação IP, mantidos sob AM e refrigeração, amadureceram normalmente e apresentaram melhor aparência após 15 dias de armazenamento, quando comparados com mangabas colhidas no estádio AV e mantidas sob as mesmas condições.It was evaluated the influence of modified atmosphere (MA by PVC film and refrigeration on postharvest conservation of mangaba fruits harvested at the maturity stages green (G, yellow pigment initiation (PI, and yellow fruit with light reddish spots (YR was evaluated. They were stored under refrigeration (10 ± 0.5 ºC and 90 ± 2 % RH and room conditions (23 ± 2 ºC and 75 ± 2% RH. The use of MA associated with refrigeration resulted in lower losses of fresh mass allowing the quality maintenance of postharvest fruits during 15 days of storage. The overall visual appearance of the fruits was kept above the acceptance limit in all maturity stages evaluated. Mangaba fruit harvested at the maturity stage green did not develop the characteristic color and presented visible incidence of freezing and chill damage when kept under

  7. Manejo de colheita e espaçamento da palma-forrageira, em consórcio com sorgo granífero, no Agreste de Pernambuco Harvest managing and plant spacing of spinelles fodder cactus, under grain sorghum intercropping at the semi-arid region of Pernambuco State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    IDERVAL FARIAS

    2000-02-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado na zona semi-árida de Pernambuco e teve como objetivo investigar o efeito de espaçamento, e a freqüência e intensidade de colheitas da palma-forrageira (Opuntia ficus-indica Mill. consorciada com sorgo granífero (Sorghum bicolor (L. Moench. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, sendo os espaçamentos alocados nas parcelas principais, e as freqüências e intensidades de colheitas, nas subparcelas. Os resultados são de um período de 12 anos, e as produções de matéria seca de palma, de grãos e restolhos de sorgo foram: 5,23, 1,65 e 2,07; 4,51, 1,30 e 2,10; 2,75, 1,97 e 3,51 t/ha/ano, em espaçamentos de 2,0 m x 1,0 m; 3,0 m x 1,0 m x 0,50 m e 7,0 m x 1,0 m x 0,50 m, respectivamente. A produção de matéria seca foi diferente entre as freqüências de corte, quando foram conservados os artículos primários: 4,08 t/ha/ano na freqüência de quatro anos, e de 3,43 t/ha/ano na freqüência de dois anos. A produção de palma aumentou com o período de crescimento da planta, nas duas intensidades de corte estudadas. A composição química dos artículos de palma e dos restolhos de sorgo foi pouco afetada pelos tratamentos.This trial was carried out in the semi-arid region of Pernambuco, aiming to study plant spacing and harvest frequencies and intensities of forage cactus (Opuntia ficus-indica Mill.. An experimental design in a split plot design was applied, in which plant spacing were used as the main plots and harvest frequencies and intensities as the subplots. Results presented in this work are related to a twelve-year period. The dry matter yields of forage cactus, sorghum grains and stover were: 5.23, 1.65 and 2.07; 4.51, 1.30 and 2.10; 2.75, 1.97 and 3.5 ton/ha/year, for plant spacing 2.0 m x 1.0 m; 3.0 m x 1.0 m x 0.50 m and 7.0 m x 1.0 m x 0.50 m, respectively. Dry matter yield was different between harvest frequencies, when primary articles were conserved: 4

  8. Épocas de colheita e tratamento pré-germinativos para superação da dormência de sementes Mimosa caesalpiniifolia Benth. Harvest time and pre-germinating treatments to overcome dormancy on germination and vigor of Mimosa caesalpiniifolia Benth. Seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josivan Viana Leal

    2008-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da época de colheita e de tratamentos pré-germinativos na germinação e vigor de sementes de Mimosa caesalpiniifolia Benth. (sabiá. Para tanto, realizou-se um experimento no Laboratório de Análise de Sementes do CCA-UFPB, em Areia, PB, em delineamento inteiramente ao acaso, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 2 x 2 x 14, com os fatores ano de colheita (2002 e 2003, sementes dentro ou fora do craspédio e tratamentos pré-germinativos, com quatro repetições de 50 sementes. Os tratamentos pré-germinativos consistiram na imersão em água, à temperatura ambiente, por 12, 24, 36, 48 e 60 h; imersão em água quente, à temperatura de 70, 80, 90 e 100 ºC, por 1 min; imersão em água quente, à temperatura de 70, 80, 90 e 100 ºC, até o resfriamento total; e testemunha (sementes intactas. As características analisadas foram: porcentagem, primeira contagem e índice de velocidade de emergência das plântulas. Os tratamentos de imersão em água quente (80 ºC até o resfriamento total, nas sementes de 2002, seguido do mesmo tratamento a 90 ºC, em sementes que foram semeadas fora do craspédio, mostraram-se mais adequados para condução dos testes de germinação e vigor em sementes de M. caesalpiniifolia. As sementes semeadas fora do craspédio foram as mais apropriadas para avaliação da qualidade fisiológica, apresentando também maior homogeneidade do processo germinativo, independentemente do ano avaliado.The purpose of this research was to evaluate the influence of harvest time and pre-germinating treatments on germination and vigor of seeds of Mimosa caesalpiniifolia Benth. Thus, an experiment was carried out in the Laboratory of Seed Analysis of CCA-UFPB, in Areia-PB, using a completely randomized design in a 2 x 2 x 14factorial scheme, with the factors being year of harvest (2002 and 2003, seeds inside or outside the craspedium and pre

  9. Influência da adubação potássica na produção e na atividade de enzimas pós-colheita em escarola (Cichorium endivia L. / Influence of potassium fertilization in endive (Cichorium endiviaL. production and enzyme post-harvest activity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio Pavinato

    2009-12-01

    Full Text Available ResumoO potássio é um dos nutrientes mais abundantes no citoplasma das células vegetais, e sua alta contribuição no metabolismo das plantas está relacionada ao controle osmótico das células e à ativação de inúmeras enzimas. Sendo de conhecimento que a produção e manutenção da qualidade pós-colheita de sementes, frutos e hortaliças depende da boa nutrição potássica, o presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de doses de potássio na produção e qualidade pós-colheita de escarola. A escarola, variedade Malan, foi cultivada em vasos com capacidade de 10 kg de solo, em casa de vegetação, na Fazenda Experimental Lajeado, Departamento de Produção Vegetal/Horticultura da FCA-UNESP, Botucatu-SP. Os tratamentos consistiram em cinco doses de potássio, correspondentes a 0, 75, 150, 300 e 600 kg ha-1 de K2O, aplicadas 1/3 no plantio e o restante em três coberturas (8, 16 e 28 dias após o transplante. Por ocasião do transplante, aplicou-se a adubação nitrogenada e fosfatada recomendadas para a cultura. Aos 35 dias após o transplante, as plantas foram colhidas e se efetuaram as avaliações de diâmetro de cabeça, massa fresca e área foliar. Ainda utilizando plantas frescas, determinou-se a atividade das enzimas polifenol oxidase e peroxidase. Em plantas secas, em estufa a 60°C por 72 h, foram determinadas a massa seca, o teor de K no tecido e o acúmulo total de proteínas. De maneira geral, a aplicação de 150 kg ha-1 de K2O, correspondente à dose recomendada pelos boletins de adubação para a escarola, resultou em máxima produção e qualidade pós-colheita, não respondendo a doses mais elevadas.AbstractPotassium is one of the nutrients that is present in higher levels in the cytoplasm of plant cells, and its contribution in plant metabolism is related to cell osmotic regulation and the activation of many enzymes. Given the knowledge that production and post-harvest quality maintenance of seeds, fruit

  10. Maturação e qualidade pós-colheita de ameixas 'laetitia' com a aplicação pré-colheita de AVG e GA3

    OpenAIRE

    Cristiano André Steffens; Cassandro Vidal Talamini do Amarante; Ricardo Chechi; João Paulo Generoso Silveira; Thais Roseli Corrêa

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação pré-colheita de aminoetoxivinilglicina (AVG; 0; 90; 125 mg L-1) e ácido giberélico (GA3; 0 e 100 mg L-1) sobre a maturação e a qualidade de ameixas 'Laetitia' após o armazenamento refrigerado. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, com seis tratamentos (três doses de AVG x duas doses de GA3) e quatro repetições. A aplicação do GA3 e do AVG foi realizada 28 e 7 dias antes do início da primeira colheita, respectivamente. ...

  11. Compactação do solo causada por tratores florestais na colheita de Pinus taeda L. na região sudoeste do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Andréia Szymczak

    2014-08-01

    Full Text Available A compactação vem-se tornando um dos principais impactos causados ao solo pelas atividades de colheita florestal mecanizada. O peso e movimentação das máquinas no momento do corte e extração da madeira, aliados à condição de umidade do solo imprópria para tal, são as principais causas da degradação estrutural do solo, verificada, principalmente, por alterações em suas propriedades físicas. Nesse sentido, este trabalho visou identificar a compactação causada ao solo devido às operações de colheita florestal de Pinus taeda L. realizada em três diferentes níveis de umidade do terreno. O estudo foi realizado em área de uma empresa florestal localizada no Paraná sobre Latossolo Vermelho. Os tratamentos foram compostos pela interação de três fatores, sendo eles: umidade (colheita em dia chuva, três e sete dias após a chuva, operações de colheita (com passagem de máquinas, sem passagem/eventual queda de árvores e estaleiro, e a ocasião de coleta (antes e depois da colheita. A biomassa residual da colheita florestal foi essencial para minimizar a compactação do solo causada pelo tráfego das máquinas que foi próxima da máxima. A gradação de umidade representada pela colheita em diferentes números de dias após uma chuva não influenciou, de maneira diferenciada, a compactação do solo. Entretanto, as operações de colheita impactaram o solo até a profundidade de 10 cm, causando a compactação nas linhas de tráfego das máquinas, enquanto as demais operações não provocaram alterações na densidade, macroporosidade e resistência à penetração.

  12. Programa computacional para o dimensionamento de colhedoras considerando a pontualidade na colheita de soja

    OpenAIRE

    Borges,Iackson O.; Maciel,Antonio J. S.; Milan,Marcos

    2006-01-01

    A colheita de soja (Glycine max (L.) Merril) é uma operação crítica que pode sofrer atrasos resultando em perdas na quantidade e na qualidade do material colhido. Embora o valor das perdas seja desconhecido no País, os produtores empregam colhedoras com reserva de capacidade para concluir a operação no menor prazo possível. O excesso de capacidade aumenta os custos fixos e a falta dela aumenta os custos das perdas por atraso e, em ambos os casos, reduzem a renda líquida da operação, ao que se...

  13. Preservação da qualidade pós-colheita de araçá-vermelho através do tratamento com 1-metilciclopropeno e do acondicionamento em embalagens plásticas, sob refrigeração Postharvest quality preservation of red strawberry-guavas by treatment with 1-methylcyclopropene and fruit packaging in plastic films under refrigeration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar o padrão respiratório e de produção de etileno, e os efeitos do tratamento com diferentes doses de 1-metilciclopropeno (1-MCP e do acondicionamento em diferentes embalagens plásticas, associado à refrigeração, na preservação da qualidade pós-colheita de araçá-vermelho. Os frutos apresentaram comportamento climatérico de respiração e produção de etileno. Frutos tratados com doses crescentes de 1-MCP (0; 100; 300; 600 e 1.200 nL L-1 e armazenados a 10±1C/90±5% UR, durante 10 dias, apresentaram retardo substancial no amadurecimento, através da preservação da textura e inibição na mudança de cor da epiderme. Frutos acondicionados com diferentes filmes (polietileno de baixa densidade, policloreto de vinila e à base de náilon apresentaram, em termos gerais, melhor preservação da textura e menores mudanças na cor da epiderme e perdas de massa fresca, durante armazenamento refrigerado (5C e 10C. Os resultados demonstram que os frutos de araçá-vermelho apresentam elevada perecibilidade, caracterizada pelas elevadas taxas respiratórias e de produção de etileno, sendo mais bem preservados quando refrigerados, e tratados com 1-MCP ou acondicionados em embalagens plásticas.This work was carried out to study respiration and ethylene production behavior of red strawberry-guavas and to assess the preservation of fruit postharvest quality by treatment with different doses of 1-methylcyclopropene (1-MCP and fruit packaging in plastic films, under refrigeration. Red strawberry-guavas exhibit a climacteric behavior of respiration and ethylene production. Fruits treated with increasing doses of 1-MCP (0, 100, 300, 600, and 1,200 nL L-1 and stored at 10±1C/90±5% RH for 10 days had a substantial delay in ripening, with a better retention of texture and inhibition in the change of the color of the skin. Fruits packed in different plastic films (low density polyethylene, vinyl polychloride, and

  14. Alterações pós-colheita da "fruta-de-lobo" (Solanum lycocarpum St. Hil. durante o amadurecimento: análises físico-químicas, químicas e enzimáticas Postharvest changes of "fruta-de-lobo" (Solanum lycocarpum St. Hil. during the ripening process: physical-chemical, chemical and enzymatic analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Enio Nazaré de Oliveira Junior

    2004-12-01

    Full Text Available Estudaram-se, neste trabalho, algumas modificações físico-químicas, químicas e enzimáticas, em pós-colheita, durante o amadurecimento da fruta-de-lobo, comparando-as com as de outros frutos. Os frutos colhidos de plantas nativas no início do estádio de amadurecimento foram selecionados e armazenados durante 18 dias à temperatura ambiente (17,1 a 26,9ºC. Os frutos foram lavados com água destilada, descascados, picados, congelados em nitrogênio líquido e liofilizados até massa constante. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições de 3 frutos. Os valores de pH e acidez titulável não variaram estatisticamente durante o amadurecimento. A atividade de amilase e os teores de amido diminuíram gradativamente com o aumento dos açúcares solúveis totais e não redutores, enquanto os teores dos redutores se mantiveram constantes. Os teores de pectinas totais e solúveis diminuíram, enquanto a atividade de pectinametilesterase manteve-se constante. As atividades das enzimas poligalacturonase e polimetilgalacturonase não foram detectadas no fruto. Observou-se diminuição dos teores de polifenóis e das atividades das enzimas peroxidase e polifenoloxidase e conseqüente diminuição do escurecimento da polpa do fruto.Physical-chemical, chemical and enzymatic modifications were studied during the ripening of "fruta-de-lobo" compared with those in other fruits. The fruits were harvested from native plants in the ripening initial stage and they were selected and stored during 18 days at room temperature (17.1 to 26.9ºC. The fruits were washed with distilled water and peeled. Their pulps were chopped up, frozen in liquid nitrogen and lyophilized until they get a constant mass. The pH and tritable acidity did not show statistical variation during the ripening process. The amylase activity and the starch contents decreased gradually and the soluble total sugar and nonreducing sugar increased

  15. Análise dos modos de falha e efeitos na otimização dos fatores de produção no cultivo agrícola: subprocesso colheita da canola Failure mode and effect analysis in the optimization of production factors in the agro cultivation: subprocess harvest of canola

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Cantorski da Rosa

    2009-03-01

    Full Text Available O setor agrícola passa por um intenso processo de transformações e moder nização, mas ainda apresenta certo atraso em relação aos demais segmentos da economia, sobretudo na utilização de novas tecnologias e técnicas administrativas, que reflete em problemas que devem ser considerados. Este artigo apresenta uma metodologia para priorizar modos de falha e seus efeitos associados, para a determinação de ações preventivas, visando aperfeiçoar processos no cultivo agrícola de canola, usando a técnica FMEA, com foco no subprocesso colheita. O setor agrícola possui algumas características próprias, razão pela qual foram feitas algumas adaptações para análise deste tipo de processo. A aplicação foi ilustrada através de um estudo de caso em uma lavoura de canola na Escola-Fazenda da Sociedade Educacional Três de Maio (SETREM. A determinação de prioridades dos modos de falha foi feita de forma comparativa, pelo NPR (número de prioridade de risco e de um método gráfico.The agricultural sector has been facing an intense process of transformation and modernization. Nevertheless, it can still be considered underdeveloped if compared to other economic segments, regarding the utilization of new technologies and administrative techniques, resulting problems that deserve consideration. This Article presents a methodology to prioritize problems and their related effects to determine preventive measures, aiming at improving processes of canola cultivation, using the FMEA technique focusing on harvest. The agricultural sector has some particular techniques, which is the reason for some adjustments in order to analyze this type of process. The application was illustrated through an experiment in a plantation of canola at the farm-school of sociedade educacional três de maio (SETREM. The determination of priorities of potential problems was done comparatively through RPN (risk priority number and a graphic method.

  16. Efeito da adubação potássica na qualidade pós-colheita de maçãs 'Fuji' Effect of potassium fertilization on the postharvest quality of 'Fuji' apples

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maurício Hunsche

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adubação potássica na composição mineral, qualidade e armazenabilidade de maçãs da cultivar Fuji. Os frutos utilizados foram provenientes de um experimento em que, durante nove anos, aplicaram-se doses crescentes de K2O no solo. As maçãs foram coletadas na safra 1999/2000 e armazenadas em atmosfera controlada (AC nas condições de 1 kPa O2/The objective of this study was to evaluate the effects of soil K fertilization on fruit mineral composition, quality and storability of 'Fuji' apples. Fruits from a longterm trial that evaluated apple response to annual soil applications of K2O for nine years were harvested in the 1999/2000 growing season and stored in controlled atmosphere (CA of 1 kPa O2/<0.3 kPa CO 2 or 1 kPa O2/2.0 kPa CO 2. Apples were analyzed for quality and ripening parameters at harvest, after eight months of CA storage, and after seven days at 20ºC after harvest and after CA storage. The increase on soil K fertilization raised fruit mass, diameter, titratable acidity, red color, and K contents while decreased flesh firmness. There was a significant interaction between K fertilization and storage atmospheres only for internal breakdown: when fruits were stored under 1 kPa O2/<0.3 kPa CO 2 no differences were determined between treatments. However, storing apples under 1 kPa O2/2.0 kPa CO 2 resulted in higher breakdown in fruits with lower K concentrations. Fruit weight losses during storage, ground color and rot incidence were not affected by soil K fertilization in the previous nine years.

  17. Quitosana no controle pós-colheita da podridão mole em caqui 'rama forte' Chitosan on the postharvest control of soft rot in 'rama forte' persimmon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Cia

    2010-01-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar o efeito da quitosana, aliada ao processo de destanização, no controle de Rhizopus stolonifer em caqui 'Rama Forte' e sobre o crescimento micelial do fungo in vitro. Caquis foram submetidos ao processo de destanização com CO2 (70% / 18 horas, em tambores herméticos, sendo em seguida submetidos à inoculação com suspensão de esporos de R. stolonifer (3x10(5 esporos mL-1. Após inoculação, os frutos permaneceram por 2 horas a 25 °C, quando foram imersos em quitosana (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0%, por 1 minuto. Os frutos foram mantidos a 25 °C / 80% UR e avaliados quanto à severidade e incidência da podridão mole, durante cinco dias. Após o período de armazenamento, avaliaram-se a coloração de casca, a firmeza e o índice de adstringência. In vitro, avaliou-se o crescimento micelial em placas contendo meio BDA incorporado com quitosana ou ácido cítrico. Os resultados mostraram que a quitosana, a 1,5%, reduz a severidade e a incidência da podridão mole em caquis e não influencia no processo de perda de adstringência, firmeza e na coloração de casca. In vitro, a quitosana inibe completamente o crescimento micelial de R. stolonifer, em concentração tão baixa quanto 0,5%.The objective of this research was to evaluate the effect of chitosan in addition to de-astringency process on the control of Rhizopus stolonifer in 'Rama Forte' persimmon and on in vitro mycelial growth. Persimmon were submitted to de-astringency process using CO2 (70% / 18 h, in hermetic chambers. Next, fruit were inoculated through subcuticular injections of a R. stolonifer spore suspension (3x10(5 spore mL-1 and 2 hours later at 25 °C immersed into chitosan (0, 0.5, 1.0, 1.5, and 2.0%, for 1 min. Fruit were stored at 25 °C / 80% RH, and checked for rot severity and incidence of soft rot, during 5-days of storage. After storage the skin color, firmness and astringency index were evaluated in persimmons. In vitro, mycelial

  18. A colheita da floresta: Uma estratégia de desenvolvimento social e economicamente viável ao desmatamento? La Cueillette de la forêt: une stratégies orientées vers le marché comme alternative sociale et économiquement juste au déboisement?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patricia Andrade de Oliveira

    2010-07-01

    Full Text Available A Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD, realizada no Rio de Janeiro em Junho de 1992, representou um evento único no âmbito das relações internacionais, inserindo definitivamente o meio ambiente como questão global. Durante a Rio 92, foram sugeridas estratégias de atuação local para os governos no sentido de promoverem um crescimento econômico ecologicamente e socialmente equilibrado. A Convenção da Biodiversidade, realizada durante a CNUMAD, reafirmou a soberania dos países sobre seus recursos biológicos e definiu ainda que cada país criasse condições para facilitar o acesso aos recursos genéticos, da mesma forma que teria direito a buscar a repartição justa e eqüitativa dos benefícios derivados do seu uso.Central para esse processo têm sido os debates sobre o papel da atividade comercial na preservação do meio ambiente e, em particular, da biodiversidade, da qual dependem os sistemas econômicos e climáticos mundiais.Este artigo examina a teoria adotada por várias estratégias de desenvolvimento atuais que atestam que a economia de mercado globalizada salvará a biodiversidade mundial. Segundo essa corrente, a conservação da biodiversidade deve ser coordenada com a utilização de seu potencial de gerar renda, ou seja, criar incentivos financeiros para encorajar os habitantes locais a serem guardiões eficientes das florestas. A “Colheita da Floresta Tropical” (Rainforest Harvest é uma das estratégias orientadas para o mercado que pretende conciliar a conservação com a utilização da natureza e se baseia no extrativismo sustentável de produtos não-madeireiros, de forma a não interferir no ecossistema, enquanto mantém o equilíbrio das cadeias alimentares. O princípio da Colheita de Floresta Tropical é, portanto, o de que se puder ser demonstrado que as florestas possuem mais valor quando deixadas de pé do que quando são derrubadas, elas terão mais chance de

  19. Efeito da aplicação pré-colheita de cálcio na qualidade e no teor de nutrientes de manga 'Tommy Atkins' Quality and nutrient level of mango cv. 'Tommy Atkins' as affected by calcium application before harves

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Davi José Silva

    2008-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação pré-colheita de cálcio na qualidade e no teor de nutrientes de frutos de manga Tommy Atkins, foi realizado um experimento em um pomar comercial com dez anos de idade, localizado no município de Petrolina-PE. Foram avaliados sete tratamentos, sendo duas fontes comerciais de cálcio e três dosagens de cada fonte (5,8; 11,6 e 17,4 mmol L-1 de Ca na forma de Ca-quelatizado e 45,0; 90,0 e 135,0 mmol L-1 de Ca na forma de CaCl2.2H2O, além de um tratamento-controle. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. As aplicações dos tratamentos foram realizadas quinzenalmente, iniciadas quando os frutos apresentavam tamanho chumbinho (5 a 10 mm e estenderam-se até duas semanas antes da colheita. Foram realizadas seis pulverizações de uma calda contendo os tratamentos, sendo que, em cada aplicação, foram fornecidos 12,5 L/planta de calda. Os frutos foram colhidos no estádio de maturação 2. Quarenta frutos, agrupados em lotes de dez, foram acondicionados em caixas de papelão com capacidade para 6 kg e submetidos ao armazenamento por 0; 20; 30 e 40 dias sob refrigeração (10.5±1.0°C e 90±5% de UR. Depois de retirados da câmara fria, os frutos foram mantidos por cinco dias em sala de amadurecimento a 21±1°C e 60±5% de UR. Foram determinados os teores de N, K, Ca e Mg na casca e na polpa dos frutos no lote equivalente ao tempo inicial de armazenamento e avaliada a incidência de colapso interno em todos os lotes. A aplicação de cálcio tanto na forma quelatizada quanto de sal solúvel aumentou as concentrações do nutriente na casca dos frutos. Aplicações de Ca-quelatizado mostraram-se eficientes em aumentar as concentrações de cálcio na polpa dos frutos, podendo contribuir para prevenir a ocorrência de colapso interno em curto período de armazenamento.The effect of calcium on quality and nutrient level of mango cv. "Tommy Atkins" was studied when

  20. Prevalência de sintomas osteomusculares em operadores de máquina de colheita florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emília Pio Silva

    2014-08-01

    Full Text Available O processo de adoecimento dos trabalhadores está relacionado com o modo que o trabalho é realizado. A principal consequência das inadequações do trabalho são as Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. Por isso, esta pesquisa teve por objetivo identificar a prevalência de sintomas osteomusculares em operadores de máquina de colheita florestal. A partir da utilização do censo de ergonomia e do questionário nórdico-padrão, os dados foram obtidos em uma empresa de base florestal que realizava colheita mecanizada de madeira. Os resultados evidenciaram que a prevalência osteomuscular em operadores era elevada, estando os sintomas relacionados com as LER/DORT. Ao término da pesquisa, pôde-se concluir que a atividade laboral dos operadores poderia estar causando efeitos negativos sobre a saúde deles.

  1. Manutenção da qualidade pós-colheita de maçãs 'Royal Gala' e 'Galaxy' sob armazenamento em atmosfera controlada Postharvest quality maintenance of 'Royal Gala' and 'Galaxy' apples stored under controlled atmosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auri Brackmann

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de condições de atmosfera controlada na conservação de maçãs 'Royal Gala' e 'Galaxy'. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com quatro repetições e unidade experimental composta por 25 frutos. Os tratamentos utilizados se originaram da combinação de duas culivares ('Royal Gala' e 'Galaxy' e sete diferentes condições de armazenamento, que foram: [1] Armazenamento refrigerado (AR; [2] 1,0kPa O2 + 2,0kPa CO2; [3] 1,0kPa O2 + 2,5kPa CO2; [4] 1,0kPa O2 + 3,0kPa CO2; [5] 0,8kPa O2 + 2,5kPa CO2; [6] 1,2kPa O2 + 2,5kPa CO2 e [7] 1,0kPa O2 + 2,5 kPa CO2. A temperatura nos tratamentos 1 ao 6 foi de +0,5°C e no tratamento 7, -0,5°C As avaliações foram realizadas após oito meses de armazenamento mais sete dias de exposição a 20°C. A maçã 'Galaxy' apresentou menor porcentagem de podridões e polpa farinácea e maior firmeza de polpa em relação à 'Royal Gala', não apresentando interação nestes parâmetros com as condições de armazenamento. A 'Galaxy' apresentou a menor porcentagem de frutos com degenerescência senescente e maior acidez titulável quando comparada com a 'Royal Gala', ocorrendo interação destes parâmetros com as condições de armazenamento. A melhor condição de armazenamento para a cultivar 'Royal Gala' foi de 1,0kPa O2 + 2,5kPa CO2 e para a 'Galaxy' foi de 0,8 a 1,0kPa O2 e 2,5kPa CO2, porém a 'Galaxy' pode ser armazenada por um período maior, pois, apresentou potencial de armazenamento superior a 'Royal Gala'.The aim of this research was to evaluate the efficiency of controlled atmosphere conditions in the conservation of 'Royal Gala' and 'Galaxy' apples. The experimental design was completely randomized, with four replicates and the experimental unit composed by 25 fruits. Treatments were originated from the combination of two cultivars (Royal Gala and Galaxy and seven storage conditions, that were: [1] Cold storage (CS; [2

  2. Use of digital images for color evaluation in ‘banana prata’ submitted to different post-harvest treatments / Utilização de imagens digitais para avaliação da coloração de banana prata submetida a diferentes tratamentos pós-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Ferreira

    2009-07-01

    Full Text Available This trial aimed at analyzing the changes of banana “Prata” peel color through digital images, submitted to post harvest treatments in order to increase storage time. The fruits, whose peels color were totally green, were submitted to six different treatments: T –immersion in chlorine water for three minutes (control, H3 – hydrothermal (50°C for three minutes; H8 hydrothermal (50°C for eight minutes; HP – immersion in hypochlorite 0.2% for three minutes; OS – immersion in soybean oil at 10% for three minutes and OM – immersion in mineral oil at 10% for three minutes. The fruits were stored at room temperature and analyzed at 1, 7, 14 days after using digital images and also daily visual evaluation. The treatments OS and OM preserved the banana green color for a longer time, but there were some changes in the normal peel color due the formation of dark stain spots, indicating probable inadequate OS and OM treatments. The fruits submitted to H3, H8 and HP treatments ripenned faster, considering the observed color. Both visual and digital images confrmed the values obtained. Suggesting a method relationship.O presente trabalho objetivou avaliar mudança da coloração durante o armazenamento de banana prata submetida a diferentes tratamentos pós-colheita utilizando imagens digitais. Os frutos, com coloração da casca totalmente verde, foram submetidos a seis tratamentos: T – imersão em água destilada por 3 minutos (testemunha, H3 – hidrotérmico (50°C por 3 minutos, H8 – hidrotérmico (50°C por 8 minutos, HP – imersão em hipoclorito 0,2% por 3 minutos, OS – imersão em óleo de soja 10% por 3 minutos e OM – imersão em óleo mineral 10% por três minutos, sendo em seguida armazenados em condições ambientais durante 14 dias, avaliados nos períodos 1, 7 e 14 dias utilizando imagens digitais, e diariamente utilizando escala visual. Os frutos submetidos aos tratamentos OS e OM preservaram a coloração verde da

  3. Conservação pós-colheita de Sorvetão (Zingiber spectabile Griff. utilizando filme plástico em diferentes pontos de colheitas.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robson Assunção Cavalcante

    2006-06-01

    Full Text Available Hastes florais de sorvetão (Zingiber spectabile Griff. colhidas no Câmpus Experimental da Embrapa Agroindústria Tropical, situada em Fortaleza (CE,; em dois estádios de colheita: inflorescências com abertura completa e abertura incompleta na região apical, foram submetidas ao processo de limpeza e imersas em solução fúngica. Em seguida, procedeu-se ao corte basal das hastes (mantendo comprimento padrão de 40 cm e hidratação, realizada por um período de uma hora em recipientes contendo água. As hastes foram colhidas no estádio 1 (inflorescências com abertura completa na região apical e no estádio 2 (inflorescências que apresentavam abertura incompleta na região apical, embaladas ou não em filme de PVC de 15 ?m de espessura. Em seguida, colocadas em caixas de papelão, tipo telescópio, usadas comercialmente (dimensões de 1,0 m de comprimento; 0,32 m de largura e 0,2 m de altura e armazenadas em câmaras frias em temperatura de 15 ºC e 85% de UR. Diariamente foram avaliadas perda de massa, aparência visual, além da longevidade floral. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2, e o primeiro fator referiu-se aos dois pontos de colheita e o segundo,ao uso ou não do filme de PVC; com três repetições e cinco hastes por repetição. Não houve interação significativa entre os fatores pontos de colheita e uso ou não de filme de PVC para as variáveis estudadas. O revestimento das hastes florais com filme de PVC foi eficiente na redução da perda de massa para ambos os pontos de colheita. As maiores notas para aparência visual e maior longevidade floral foram atingidas em hastes florais colhidas no estádio 1 revestidas com filme de PVC. Não houve diferenças significativas entre os pontos de colheita para perda de massa e longevidade floral.

  4. Colheita multicomponentes por aferese a dadores benévolos: a experiência do Serviço de Sangue do HFF

    OpenAIRE

    Barradas, A; Barra, A; Rebelo, L

    2005-01-01

    Introdução A introdução da prática de aférese veio alterar substancialmente a qualidade da colheita, diminuindo a “lesão da colheita” e incremento da qualidade dos componentes finais. No nosso hospital, o facto de termos a segunda maternidade do país e uma Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais e Pediátricos, veio de alguma maneira contribuir para a introdução desta técnica na nossa prática. Com este trabalho queremos mostrar alguns dos resultados entre Maio de 2001 e Maio de 2005 e p...

  5. Derriçadora portátil na colheita total e seletiva de frutos do cafeeiro Portable harvester in the total and selective harvesting of coffee fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Márcio Alves de Souza

    2006-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de derriçadoras portáteis durante a colheita seletiva e total dos frutos, em dois sistemas de colheita. Foram determinados a carga pendente da planta, a capacidade de derriça, o índice de desfolha, a eficiência de derriça, o índice de frutos verdes no produto, o nível de ruído e o consumo horário e específico de combustível. O sistema de colheita, utilizando-se duas derriçadoras portáteis, simultaneamente na mesma fileira de cafeeiros, apresentou melhor desempenho. A colheita seletiva foi muito influenciada pela porcentagem de frutos maduros e carga pendente do cafeeiro.The objective of this work was to evaluate the performance of a portable coffee harvester to mountain areas. Two procedures were tested: harvesting all fruits in only one operation, and the selective harvesting. Coffee yield, harvesting capacity, index of leaves taken during harvesting process, harvesting efficiency, noise level and fuel consumption were measured. The harvesting system with two portable harvester presented better performance than with only one machine. Selective harvesting was highly influenced by the percentage of ripen fruits and by coffee yield.

  6. Maturação e determinação do ponto de colheita de frutos de envira-caju

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josianny Feitosa de Farias

    2011-09-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou identificar o ponto de colheita, os índices de maturação e a qualidade dos frutos da envireira-caju (Onychopetalum periquino. Os frutos foram colhidos em cinco estádios de maturação (1-verde; 2-verde-laranja; 3-laranja; 4-laranja-vinho, e 5-vinho, sendo o estádio 5 colhido já amadurecido na planta e usado como padrão na determinação do ponto de colheita e do índice de qualidade do fruto. Os frutos colhidos foram armazenados a 26 ± 3 ºC e 85-90% de UR. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema de parcela subdividida no tempo com tratamento adicional, com quatro repetições de três frutos cada. As parcelas compreenderam os estádios de maturação na colheita, e as subparcelas, a maturação no dia da análise (0 dia para todos os estádios, 4 dias para os estádios 1 e 2, e 2 dias para os estádios 3 e 4. A interação entre o ponto de colheita e o armazenamento afetou significativamente todas as variáveis analisadas, exceto o rendimento de polpa. Os frutos colhidos no estádio verde-laranja atingiram índices de qualidade equivalente aos frutos amadurecidos na planta, após o amadurecimento. O ponto de colheita dos frutos corresponde à cor verde-laranja da casca, contendo 0,14% de acidez total titulável (AT; 8,62% de sólidos solúveis (SS; 64,17 de SS/AT; 60,55 g de peso médio, e 60,37% de rendimento de polpa, constituindo índices confiáveis do ponto de colheita.

  7. Ponto de colheita e maturação de frutos de camu-camu colhidos em diferentes estádios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Maria Pinto

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar o ponto de colheita e caracterizar a pós-colheita de frutos de camu-camu (Myrciaria dubia colhidos em diferentes estádios de maturação. A colheita dos frutos foi realizada em quatro estádios de maturação, definidos pela cor da casca: verde, verde-avermelhada, vermelho-esverdeada e roxa. O armazenamento foi feito em câmaras de refrigeração a 22±1°C e 85±5% UR. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas no tempo, com cinco períodos de armazenamento: 0, 3, 6, 9 e 12 dias. Foram avaliados: atividade respiratória; produção de etileno; coloração da casca verificada pelo ângulo de cor e coordenadas de cromaticidade a* e b*; firmeza; perda de massa de matéria fresca; teores de clorofilas, antocianinas, sólidos solúveis e ácido ascórbico; acidez titulável; e incidência de podridão. Os picos de produção de CO2 e etileno ocorreram após a colheita. Os teores de clorofilas e antocianinas variaram com a mudança na coloração da casca de verde para roxa, o que confirmou a maturação dos frutos. Os teores de ácido ascórbico variaram de 759,02 mg por 100 g, no estádio verde, a 1.071,12 mg por 100 g, no roxo. Os frutos colhidos totalmente roxos têm reduzida vida pós-colheita. A maior qualidade pós-colheita do camu-camu é obtida quando os frutos são colhidos com coloração vermelho-esverdeada.

  8. Efeito do ensacamento de cachos de banana 'Nanicão' na produção e no intervalo entre inflorescência e colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Costa José Nilton Medeiros

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do ensacamento de cachos de bananas (Musa sp. AAA, cultivar Nanicão, em diferentes épocas, na produção e no intervalo entre inflorescência e colheita. O experimento foi realizado no Município de Tietê, SP, em blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x3, com quatro repetições. O ensacamento foi efetuado com sacos de polietileno em três épocas: 21/5/96, 17/12/96 e 26/2/97. Foram avaliados o intervalo entre emergência da inflorescência e colheita, a massa do cacho e o comprimento, diâmetro e densidade do fruto. A interação ensacamento x épocas não foi significativa em relação a nenhuma das variáveis. O ensacamento diminuiu o intervalo entre a emergência da inflorescência e a colheita na primeira (21/5/96 e segunda época (17/12/96.

  9. Conservação pós-colheita de pêssego com o uso da refrigeração e da irradiação Post-harvest peach maintenance by using cold storage and irradiation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Vacaro de Souza

    2009-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos da irradiação ultravioleta (254nm, UV-C na conservação de pêssegos cultivar Douradão, aos 5; 10; 15 e 20 dias de armazenamento com o uso da refrigeração (0ºc e 75-85% de uR. os tratamentos foram: controle (0 minuto de exposição - 0 kj. m -2; T1 (5 minutos -1,85 kj. m -2; T2 (10 minutos - 3,71 kj. m -2; (15 minutos - 5,55 kj. m -2, e T4 (20 minutos - 7,52 kj. m -2. o delineamento experimental foi um esquema inteiramente casualizado, com 5 tempos de armazenamento: (0; 5; 10; 15 e 20 dias, com 3 repetições e 2 frutos por unidade experimental. os parâmetros avaliados foram: sólidos solúveis (SS; acidez titulável (AT; relação SS/AT "Ratio"; pH; firmeza da polpa, respiração e vida útil. Os pêssegos não apresentaram alteração do pH e da At durante o tempo de armazenamento.os melhores valores de SS e firmeza da polpa foram obtidos com o tratamento T4. A taxa respiratória foi menor em T4. As alterações de SS, firmeza da polpa e respiração apresentadas pelos frutos do tratamento T4 foram menores que aquelas dos demais tratamentos, demonstrando a eficácia do uso da irradiação ultravioleta.It was evaluated the treatments with uV light (254nm, UV-C regarding the maintenance of peach fruits cv. Douradão at 5, 10, 15 and 20 days kept under low temperature conditions (0ºc e 75-85% de Rh. the treatments were: control (0 minute of exposure - 0 kj. m -2; T1 ( 5 minutes -1,85 kj. m -2; T2 ( 10 minutes - 3,71 kj. m -2; ( 15 minutes - 5,55 kj. m -2 e T4 ( 20 minutes - 7,52 kj. m -2. the experiment was a complete randomized design with three replications of two peaches per plot. the evaluated variables were: soluble solids (SS; titrable acidity (TA; relation SS/TA "Ratio"; pH; pulp firmness, respiration and shelf life. the peaches did not change the values of pH and the tA during all the storage. the best values of SS and pulp firmness were presented for the treatment T4. The respiration.rate was lower in T4

  10. Qualidade pós-colheita de pomelos (Citrus paradisi Macf.) produzidos em plantações iniciais no estado do Ceará, Brasil

    OpenAIRE

    Machado,Francisca Ligia de Castro; Oliveira,Valéria Santos de; Costa,José Maria Correia da

    2011-01-01

    O estado do Ceará, nordeste do Brasil, vem ganhando atenção como o mais emergente Estado produtor de frutos no país. Citros, incluindo pomelos, tradicionalmente cultivados no sul, vem sendo plantados no Estado. No entanto, ainda não existem informações sobre qualidade de pomelos cultivados localmente. Este estudo objetivou examinar a qualidade pós-colheita de pomelos 'Star Ruby' e 'Ruby Red' quanto ao tamanho e forma, coloração da polpa, espessura da casca, rendimento do suco, sólidos solúvei...

  11. Qualidade de uva ‘Isabel’ tratada na pré-colheita com CaCl2 e elicitor à base de biomassa cítrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo da Silva Santos

    2017-10-01

    Full Text Available O alto índice de degrana e podridão das bagas reduzem a qualidade e elevam as perdas pós-colheita em uvas ‘Isabel’, demandando técnicas de manejo na pré e pós-colheita acessíveis ao pequeno produtor, que mantenham a qualidade e ampliem a vida útil pós-colheita dos cachos. Assim, este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação na pré-colheita de CaCl2 e elicitor à base de biomassa cítrica em uvas ‘Isabel’ na manutenção da qualidade durante o armazenamento na condição ambiente sob atmosferas ambiente e modificada. O experimento foi conduzido em blocos casualizados a campo, no município de São Vicente Férrer-PE com 8 repetições. Videiras ‘Isabel’ foram tratadas, 28 dias antes da colheita, com: elicitor de Biomassa Cítrica (BC, elicitor de Biomassa Cítrica + CaCl2 (BC+C, CaCl2 (C e Testemunha (T - sem aplicação. Cachos colhidos na maturação comercial foram armazenados em arranjo fatorial 4×2×7, sendo 4 tratamentos (aplicados no campo, 2 condições de armazenamento, atmosferas ambiente (AA e modificada (AM, sob condição ambiente (25±2°C e 75±2% de UR e 7 períodos de avaliação em quatro repetições. A aplicação de CaCl2 e do elicitor BC reduziu o índice de degrana (55 e 75%, respectivamente, a podridão e a perda de massa dos cachos de uva ‘Isabel’. Estes tratamentos, associados ou não, aumentaram a eficiência da AM em manter a qualidade dos cachos. O índice de degrana de uva ‘Isabel’ foi influenciado diretamente pela relação SS/AT, pH e índice de podridão das bagas.

  12. Produção e amplitude de colheita de cultivares de nogueira-macadâmia em Itapira, São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Pio

    2012-12-01

    Full Text Available A nogueira-macadâmia produz frutos do tipo folículo, cuja parte comestível é a semente, com alto valor agregado no mercado internacional e com grande aceitação pelos consumidores. No Brasil, sabe-se que a época de colheita dos frutos da nogueira-macadâmia inicia-se em meados de fevereiro, porém, não se conhece o potencial produtivo dos diversos cultivares disponíveis nas condições brasileiras. O objetivo deste trabalho foi quantificar a produção e a amplitude de colheita de cultivares de nogueira-macadâmia, no município de Itapira, SP. Para o experimento, foram utilizados dez cultivares de nogueira-macadâmia (HAES 722, IAC Campinas-B, 791 Fuji, HAES 842, HAES 849, HAES 814, HAES 344, IAC 9-20X, IAC 9-20 e HAES 816, sendo quantificadas durante três safras, em Itapira, SP, o número de frutos e a massa de colheita (produção e produtividade estimada, calculando-se, posteriormente, a massa média dos frutos. Concluiu-se que a produção da nogueira-macadâmia, em Itapira, SP, inicia-se em meados de fevereiro e estende-se até o final de junho. IAC 9-20 foi o cultivar mais precoce e, HAES 722, o mais tardio, enquanto o HAES 344 proporcionou a menor amplitude de colheita e 791 Fuji e HAES 849 as maiores. Os cultivares IAC 9-20X, IAC 9-20 e HAES 816 apresentaram o maior desempenho produtivo.

  13. CARACTERIZAÇÃO PÓS-COLHEITA E SENSORIAL DE GENÓTIPOS DE BANANEIRAS TIPO PRATA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ARIANE CASTRICINI

    2015-03-01

    Full Text Available RESUMO O norte de Minas Gerais é grande produtor de banana ‘Prata-Anã’ irrigada, cultura altamente suscetível ao Mal-do-Panamá. O uso de genótipos resistentes é uma alternativa, mas os frutos devem apresentar características pós-colheita o mais próximo possível da ‘Prata-Anã’, para melhor aceitação pelos consumidores. O objetivo do trabalho foi caracterizar frutos em pós-colheita, identificar a preferência e a intenção de compra de diferentes genótipos de bananeira tipo Prata. Os genótipos Prata-Anã, BRS Platina e Fhia-18. foram caracterizados no ponto de colheita (verdes e maduros (estádio seis de maturação, por avaliações químicas, físicas e sensoriais. Quando verde, ‘BRS Platina’ apresentou maior massa fresca e tamanho que ‘Fhia-18’ e ‘Prata-Anã’. ‘Fhia-18.’ teve a tonalidade verde da casca mais intensa que a dos demais genótipos. Madura, ‘BRS Platina’ foi mais firme, mas com a mesma resistência ao despencamento que ‘Fhia-18’ e superior à ‘Prata-Anã’. ‘Fhia-18’ apresentou cor da casca com amarelo mais clara e tão brilhante quanto da ‘Prata-Anã’, mas ‘BRS Platina’ teve a tonalidade de amarelo mais intensa. Bananas ‘Fhia-18’ foram mais ácidas, ‘BRS Platina’, com menor acidez titulável, e ‘Prata-Anã’, o maior teor de sólidos solúveis. Os genótipos Prata-Anã e BRS Platina tiveram maior preferência e intenção de compra pelos consumidores, sendo as bananas ‘Prata-Anã’ em dedos e ‘BRS Platina’ e ‘Fhia-18’ em dedos, buquê e penca, as mais preferidas. Entretanto, a maioria compraria bananas ‘Prata-Anã’ em buquê e ‘BRS Platina’ e ‘Fhia-18’ em penca. Enquanto verdes, os genótipos foram semelhantes à ‘Prata-Anã’, e maiores diferenças químicas e físicas ocorreram quando maduros.

  14. Qualidade e potencial de conservação pós-colheita dos frutos em cultivares brasileiras de goiabeira-serrana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2013-12-01

    Full Text Available Foi avaliada a manutenção da qualidade pós-colheita dos frutos em cultivares brasileiras de goiabeira-serrana. Frutos das cultivares Alcântara, Helena, Mattos e Nonante foram colhidos na maturação comercial, no município de São Joaquim-SC, e armazenados a 4±1 ºC (90±5% UR, durante 21 dias, seguido de 8 e 48 h a 23±1 ºC (75±5% UR. Foram avaliadas a composição mineral (N, K, Mg e Ca na colheita e a qualidade dos frutos na colheita e após o armazenamento. Frutos da cultivar Nonante apresentaram na colheita maiores valores de acidez titulável (AT pH e de atributos de textura, e menores valores de pH e da relação sólidos solúveis/acidez titulável (SS/AT, sendo que, após o armazenamento refrigerado, este comportamento foi reduzido, com menores diferenças em relação às demais cultivares. Frutos de 'Nonante' apresentaram também maiores teores de K na casca e polpa, e menores teores de N na polpa e, após o armazenamento refrigerado, cor verde menos intensa na casca e menor escurecimento de polpa. Em relação aos dados de colheita, após o armazenamento refrigerado, houve maior redução na AT (41% do que no teor de SS (8,6%, o que ocasionou acentuado aumento na relação SS/AT (52,5%, considerando valores médios das quatro cultivares. Isto evidencia que, em goiaba-serrana, os ácidos orgânicos representam o principal substrato respiratório durante o armazenamento, o que compromete a qualidade sensorial pelo aumento na relação SS/AT. Frutos de 'Alcântara' foram também avaliados quanto aos efeitos do dano mecânico na colheita e do retardo no armazenamento refrigerado, na qualidade após o armazenamento. O dano mecânico na colheita (dano por queda, a uma altura de 50 cm, sobre uma superfície rígida ocasionou mínimo comprometimento da qualidade após o armazenamento refrigerado. Frutos desta cultivar apresentaram redução na AT (31%, textura da periderme (33% e força para a compressão (13%, e aumento no pH (20% e

  15. Use of data mining and spectral profiles to differentiate condition after harvest of coffee plants Discriminação de diferentes estados de plantios de café pós-colheita, por meio da técnica de mineração de dados e perfis espectrais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens A. C. Lamparelli

    2012-02-01

    Full Text Available This study aimed at identifying different conditions of coffee plants after harvesting period, using data mining and spectral behavior profiles from Hyperion/EO1 sensor. The Hyperion image, with spatial resolution of 30 m, was acquired in August 28th, 2008, at the end of the coffee harvest season in the studied area. For pre-processing imaging, atmospheric and signal/noise effect corrections were carried out using Flaash and MNF (Minimum Noise Fraction Transform algorithms, respectively. Spectral behavior profiles (38 of different coffee varieties were generated from 150 Hyperion bands. The spectral behavior profiles were analyzed by Expectation-Maximization (EM algorithm considering 2; 3; 4 and 5 clusters. T-test with 5% of significance was used to verify the similarity among the wavelength cluster means. The results demonstrated that it is possible to separate five different clusters, which were comprised by different coffee crop conditions making possible to improve future intervention actions.Este trabalho teve o objetivo de identificar diferentes condições na cultura do café, após a colheita, utilizando mineração de dados e curvas espectrais obtidas do sensor Hyperion/EO1.A imagem Hyperion, com resolução espacial de 30 m,foi obtida em 28 de agosto de 2008, fim de safra do café na área de estudo.Como pré-processamentos, foram realizadas a correção atmosférica através do algoritmo Flaash e a correção do sinal/ruído pelo algoritmo MNF (Minimum Noise Fraction Transform. Posteriormente, foram geradas curvas espectrais (38 de 150 comprimentos de onda, que foram analisadas através do algoritmo EM (Expectation-Maximization, considerando simulações de 2; 3; 4 e 5 clusters. Para verificar a igualdade das médias dos comprimentos de onda dos clusters, foi utilizado o teste t, com 5% de significância. Os resultados mostraram que foi possível separar os cafés em cinco diferentes grupos, segundo sua condição pós-colheita

  16. Qualidade pós-colheita em brotos de palma de diferentes cultivares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Pereira Lima

    2017-06-01

    Full Text Available A palma pertencente à família das cactáceas, sendo de origem mexicana. No Nordeste brasileiro, o broto de palma faz parte da dieta alimentar da população de alguns municípios. Com isso objetivou-se avaliar a qualidade pós-colheita dos brotos de palma proveniente de diferentes cultivares. O trabalho foi desenvolvido no Centro de Ciências e Humanas Sociais e Agrárias, Bananeiras, Paraíba, pertencente à Universidade Federal da Paraíba. Foram utilizados brotos das cultivares Gigante (Opuntia ficus indica Mill., Redonda (Opuntia ficus indica L., Orelha de Elefante (Opuntia tuna (L. Mill. e Miúda (Nopalea cochenillifera (L. Salm-Dyck. Os brotos foram colhidos em propriedades rurais às 6:00 horas e transportados ao laboratório, onde foram eliminados os acúleos e lavados. Realizou-se as análises em triplicata dos teores de ácido ascórbico (AA, de acidez titulável (AT e de sólidos solúveis (SS, pH, umidade e condutividade elétrica. Os brotos de palma da variedade Gigante foram os que apresentaram as melhores características, atribuído ao maior conteúdo de ácido ascórbico e ao melhor equilíbrio entre os açúcares (SS e os ácidos (AT.

  17. Capacidade antioxidante e qualidade pós-colheita de abacate 'Fuerte'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Lopes Vieites

    2012-06-01

    Full Text Available A capacidade antioxidante e a qualidade pós-colheita do abacate 'Fuerte' foram avaliadas. Os frutos foram mantidos sob temperatura ambiente (24 ± 1 ºC e sob refrigeração em 10 ± 1 ºC e 90±5% UR e avaliados durante 15 dias. Determinaram-se a perda de massa e a taxa respiratória. As características físico-químicas avaliadas foram acidez total titulável (AT, sólidos solúveis (SS, ratio, pH, firmeza, atividade da enzima polifenoloxidase (PPO, cor (L, a* e b*, fenólicos totais e atividade antioxidante (AA por DPPH·. Nas duas condições de armazenamento, o pico respiratório ocorreu no 9º dia.Os frutos mantidos sob temperatura refrigerada apresentaram menor perda de massa e maior firmeza em relação àqueles em temperatura ambiente. O comportamento respiratório refletiu na redução dos valores de AT e no conteúdo de SS que diminuíram a partir do pico de respiração. Os valores de pH aumentaram como consequência da diminuição da AT. Os valores de luminosidade mantiveram-se elevados, observando-se diminuição do componente de cor verde na polpa com o armazenamento. A atividade da PPO diminuiu com o armazenamento. Os valores de AA variaram de 17,6 a 68,7%. O conteúdo de fenólicos totais diminuiu após o pico respiratório, e valores crescentes de AA foram observados mesmo após o 9º dia.

  18. Controle estatístico aplicado ao processo de colheita mecanizada diurna e noturna de cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Henrique de Freitas Noronha

    2011-01-01

    Full Text Available O sistema de colheita mecanizada pode buscar melhorias no processo utilizando ferramentas de qualidade e auxiliar na redução de perdas, aos danos à soqueira e aumentar a longevidade do canavial. O objetivo deste trabalho foi detectar o controle efetivo da variabilidade das perdas e danos à soqueira, bem como identificar se estas estão dentro dos padrões aceitáveis. Para tanto, foram amostrados 40 pontos em dois períodos de colheita, diurna e noturna, em malhas retangulares (55 x 45 m para determinação das perdas visíveis (rebolos repicados e estilhaçados, pedaço fixo e solto, toco e estilhaço, utilizando-se armações de 10 m². Foram mensurados a altura de corte e os danos na soqueira (sem danos, danos parciais e fragmentados. A estatística utilizada foi descritiva para as variáveis perdas de cana-de-açúcar no período diurno (D e noturno (N, além da análise de variância, utilizando-se o teste F a 5% de probabilidade e o teste de Tukey para comparação de médias e a utilização de controle estatístico de processo por meio de cartas de controle de processo. Não houve diferença quanto a danos na soqueira. No processo de colheita, as perdas por rebolo repicado e estilhaçado foram consideradas estáveis (sob controle, assim como as perdas por toco, enquanto as perdas por pedaço fixo e solto, estilhaço e cana-inteira ficaram fora de controle. A altura de corte e as perdas totais foram maiores durante a colheita noturna. As cartas foram eficientes para a avaliação de controle do processo de colheita diurno e noturno.

  19. Comportamento pós-colheita de frutos de morangueiro após a aplicação pré-colheita de quitosana e acibenzolar-S-metil Post harvest behavior of strawberry fruits after pre harvest treatment with chitosan and acibenzolar-S-methyl

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sergio Miguel Mazaro

    2008-03-01

    Full Text Available O uso de indutores de resistência em plantas representa um método alternativo e promissor no controle de podridões pós-colheita de frutos. Assim sendo, foi conduzido um experimento na Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Câmpus Dois Vizinhos - PR, no ano de 2004, com objetivo de avaliar a aplicação pré-colheita de quitosana e acibenzolar-S-metil (ASM sobre o comportamento pós-colheita de frutos de morangueiro da cultivar Aromas. O efeito da aplicação de quitosana (0,5; 1,0 e 2,0% e de uma dose de ASM (0,0025% foi verificado em relação à testemunha (água destilada e ao tratamento-controle com aplicação de fungicidas. A aplicação na pré-colheita de quitosana, nas três doses avaliadas, retardou a maturação dos frutos, manteve maior firmeza de polpa e acidez titulável e diminuiu a perda de massa. Esses tratamentos também diminuíram a produção de etileno, o teor de açúcares redutores e mantiveram mais elevado os teores de polifenóis totais. A aplicação de quitosana, nas três doses avaliadas, induziu maior resistência das plantas a patógenos, resultando na diminuição de podridão dos frutos em pós-colheita. No entanto, a concentração de 2% de quitosana causou dano aos frutos na pós-colheita, elevando a taxa respiratória e o teor de açúcares redutores. O ASM teve efeito na retenção da acidez titulável e na redução de podridões, similar ao tratamento com fungicidas. A aplicação de quitosana e ASM na pré-colheita não interferiu na qualidade organoléptica dos frutos em pós-colheita.The use of inductors of resistance in plants represents an alternative and a promising method to control fruit rots at post harvest. The experiment was carried out at Federal Technological University of Paraná - Dois Vizinhos - Campus, during 2004 with the objective to evaluate the induction of chitosan resistance and acibenzolar-S-methyl (ASM on strawberry plants. The treatments compared the effect of chitosan

  20. Aplicação pré-colheita de reguladores vegetais visando retardar a maturação de ameixas 'Laetitia' Preharvest spraying with plant regulators aiming fruit maturity delay of 'Laetitia' plums

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano André Steffens

    2009-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de reguladores vegetais e da data de colheita sobre a maturação de ameixas 'Laetitia'. Os tratamentos avaliados foram: controle, aminoetoxivinilglicina (AVG; 125mg L-1, 1-metilciclopropeno (1-MCP; 70µg L-1 e ácido giberélico (GA3; 100mg.L-1, em combinação com duas datas de colheita (11/01/2007 e 25/01/2007. O GA3 foi aplicado 14 dias antes da primeira colheita, enquanto AVG e 1-MCP foram aplicados sete dias antes da primeira colheita. O experimento seguiu o delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições. Os reguladores de crescimento, em geral, retardaram as alterações da cor da epiderme e mantiveram a textura dos frutos, com os maiores valores de resistências à compressão e à penetração de polpa. A força necessária para a ruptura da epiderme foi maior no tratamento com 1-MCP. O tratamento controle apresentou os maiores teores de sólidos solúveis (SS. O atraso na colheita reduziu a textura dos frutos, a acidez titulável e o teor de SS, mas proporcionou frutos mais vermelhos. No entanto, nos frutos tratados com os reguladores, a evolução da maturação foi retardada.The objective this research was to evaluate the effects of preharvest spraying with plant regulators and harvest date on the fruit maturity of 'Laetitia' plums. The treatments evaluated were: control (untreated, aminoethoxyvinylglycine [AVG; at 125mg (a.i. L-1], giberellic acid [GA3; at 100mg (a.i. L-1] and 1-Methylcyclopropene [1-MCP; at 70µg (a.i. L-1], combined with two harvest dates (01/11/2007 and 01/25/2007. The GA3 was sprayed 14 days before the first harvest, while AVG and 1-MCP were sprayed 7 days before the first harvest. The experiment followed the randomized block design with four replications. In general, the plant regulators delayed changes in skin color and preserved fruit texture, providing the highest resistances values for flesh compression and fresh penetration. The force for skin

  1. Unidades de colheita: estratégia para evitar a compactação dos solos florestais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilson A. Milde

    2010-12-01

    Full Text Available Solos com umidade ótima de compactação menor que a capacidade de campo e solos com má drenagem são mais propensos a serem compactados nas operações de exploração florestal. O conhecimento dessas variáveis permite classificar os solos quanto à sua suscetibilidade à compactação, no entanto essas determinações demandam tempo, recursos e equipamentos específicos. Utilizando 13 solos florestais com ampla variação textural, das fazendas Ariona e Santa Rosa pertencentes à Cia. Suzano de Papel e Celulose, situadas no Estado de São Paulo, desenvolveu-se um índice, denominado diâmetro médio ponderado de partículas, que permitiu estimar a umidade ótima de compactação, a capacidade de campo e o limite líquido baseado apenas na distribuição de tamanho de partículas. Com base nessas características físicas e no consumo médio diário de água de um plantio de eucalipto, foram estabelecidas unidades de colheita a partir do número de dias de repouso necessários para o teor de água de um solo ficar abaixo da umidade ótima de compactação. Tais unidades agrupam solos que precisam do mesmo número de dias após uma chuva (0 a 10 dias para poderem ser explorados, visando diminuir o impacto da colheita florestal e, em consequência, evitar a necessidade de preparo do solo para diminuir a compactação provocada por essas operações.

  2. Uso de revestimento comestível e conservação pós-colheita de goiaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilda de Fátima Ferreira Soares

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se desenvolver um revestimento comestível antimicrobiano e avaliar sua eficiência na conservação de goiaba. Os frutos foram submetidos a cinco tratamentos: sem revestimento, revestimento de amido de mandioca, revestimento de amido de mandioca com ácido acético e revestimento de amido de mandioca com 1,0% e 1,5% de quitosana. As análises realizadas foram: cor da polpa e casca, firmeza, perda de massa, sólidos solúveis e contagem de fungos filamentosos e leveduras. A coloração verde da casca dos frutos tratados com revestimentos contendo 1,0% e 1,5% de quitosana foi mantida, e a coloração da polpa de todos os tratamentos mudou de rósea para vermelho intenso durante o armazenamento. Os frutos tratados com revestimento contendo quitosana apresentaram menor perda de massa quando comparados aos frutos-controle. Houve redução no teor de sólidos solúveis para os frutos-controle durante o armazenamento, enquanto nos outros tratamentos, o teor de açúcar foi mantido até o 8º dia. Os revestimentos antimicrobianos apresentaram menores contagens de fungos filamentosos e leveduras quando comparados ao controle. O uso de revestimentos comestíveis antimicrobianos contribui na conservação de goiaba, aumentando a vida útil pós-colheita.

  3. Tipos de cobertura do solo e épocas de colheita na produção de melissa Types of mulching and harvesting time on lemon balm production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Biasi

    2009-09-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de diferentes tipos de cobertura do solo e épocas de colheita sobre a produção de biomassa e o rendimento de óleo essencial de Melissa officinalis. O experimento foi conduzido na Estação Experimental do Canguiri da UFPR, no município de Pinhais-PR, de novembro de 2005 a maio de 2006. Os tratamentos testados foram acículas de pinus, plástico preto e a testemunha sem cobertura. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso em arranjo de parcelas subdivididas no tempo, com seis repetições e 20 plantas por parcela. Foram feitas três colheitas, aos 84, 134 e 191 dias após o plantio, sendo o corte dos ramos feito a 10 cm do solo. Foram avaliados a massa fresca e seca por planta e por hectare e o teor de óleo essencial por hidrodestilação. Não houve efeito significativo da interação entre coberturas do solo e épocas de colheita sobre as características analisadas. Houve decréscimo na produção de biomassa na terceira colheita, uma vez que o rendimento médio de massa seca que foi de 976 e 1135 kg ha-1 na primeira e segunda colheitas, respectivamente, reduziu para 781 kg ha-1 na terceira. O rendimento de óleo essencial também reduziu com as colheitas sucessivas, cujos valores médios foram de 4,63; 2,97 e 0,43 L ha-1 na primeira, segunda e terceira colheitas, respectivamente. Concluiu-se que a cobertura do solo com acículas de pinus e plástico preto não interferiram no rendimento de biomassa e de óleo essencial da M. officinalis. O crescimento e o acúmulo de óleo essencial da M. officinalis reduzem nas colheitas realizadas no outono na região de Pinhais-PR.The effect of covering and harvesting time on biomass production and essential oil production of Melissa officinalis was evaluated. The experiment was carried out at the Estação Experimental de Canguiri, Pinhais, Paraná State, Brazil, from November 2005 to May 2006. The treatments included pine needles, black plastic and control without

  4. Produção e qualidade de rosas em três densidades de plantio e uso de soluções conservantes com sacarose na colheita de rosas

    OpenAIRE

    Bastos, Fernanda Espíndola Assumpção

    2014-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade das cultivares de rosa Avalanche‟ e Carola‟, de coloração branca e vermelha, respectivamente, em três densidades de plantio bem como a qualidade e conservação pós-colheita da cultivar Carola‟, no município de Lages-SC. O experimento referente à densidade de plantio foi implantado em janeiro de 2013, no campus da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), com espaçamento de 1,0 m entre fileiras e de 30, 40 e 50 c...

  5. Qualidade pós-colheita de Physalis sob temperatura ambiente e refrigeração

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Simone Madruga Lima

    2013-06-01

    Full Text Available A physalis (Physalis peruviana é um pequeno fruto cujo cultivo vem se expandindo no Brasil. No entanto, informações a respeito do seu armazenamento ainda são escassas. Por isso, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de physalis durante o armazenamento, sob temperaturas ambiente e refrigerada. A colheita foi realizada quando o cálice dos frutos apresentava coloração amarelo-esverdeada, sendo os frutos submetidos aos seguintes tratamentos: 1- armazenamento à temperatura de 20°C (± 0,5°C e 2- armazenamento à temperatura de 4°C (± 0,5°C. Foram avaliados os teores de SS, AT, SS/AT, o pH, a firmeza, a cor e a perda de massa dos frutos, a cada dois dias, durante oito dias. Foi possível observar que o emprego da refrigeração promoveu a manutenção da firmeza, auxiliando também na prevenção da perda de massa fresca, do fruto e do cálice. O teor de sólidos solúveis (SS reduziu-se significativamente, independentemente da temperatura de armazenamento dos frutos. Frutos armazenados sob refrigeração apresentaram teores superiores de acidez titulável (AT e, consequentemente, menor relação SS/AT. Os resultados, obtidos neste estudo, permitiram concluir que as modificações que ocorrem em parâmetros considerados importantes para a qualidade de physalis, como pH, AT, SS/AT, firmeza e cor, durante o período de armazenamento de frutos, podem ser minimizados com o uso da refrigeração (4 °C.

  6. Adoção sequencial de tecnologia pós-colheita aplicada à cafeicultura em Viçosa (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Wemerson Gomes Pereira

    2010-06-01

    Full Text Available O processo de adoção tecnológica na agricultura é de fundamental importância para o aumento da produtividade e a melhoria da qualidade dos produtos agrícolas. O objetivo deste artigo é avaliar os determinantes da adoção da tecnologia pós-colheita na cafeicultura em Viçosa (MG, no ano de 2007. Os resultados sugerem que o modelo sequencial é o mais apropriado à análise e que as variáveis associativismo, rentabilidade, treinamento, crédito, capital próprio e escolaridade são os principais determinantes na adoção de estágios mais elevados de tecnologia pós-colheita aplicada à cafeicultura. Os efeitos marginais mais importantes para adoção de maiores níveis tecnológicos são associativismo, treinamento, crédito e rentabilidade.The process of tecnology adoption in agriculture is fundamentally important for increasing productivity and improving the quality of agricultural products. The objective of this study is to evaluate the factors that determine the technological adoption of post-harvest coffee employed in Viçosa (MG in the year of 2007. The results indicate that the sequential model is more appropriate for the analysis and the most important determinants for the adoption of higher levels of post-harvest technology are association, profitability, training, education, credit, stock of capital, and years at school. The most important marginal effects for the adoption of higher levels of post-harvest technology are association, training, credit and profitability.

  7. Avaliação ambiental do processo de inovação tecnológica na colheita florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Carlos de Freitas

    2011-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil impactante do processo de inovação tecnológica na colheita florestal. Analisou-se o processo de inovação quando da mudança do subsistema tradicional (Motosserra + Forwarder para o inovado (Feller Buncher + Clambunk Skidder. Utilizou-se um método consolidado para avaliação de impacto ambiental da inovação tecnológica na agropecuária, que avalia o desempenho ambiental de uma dada metodologia ou tecnologia em relação àquela previamente estabelecida. O método foi adaptado para avaliação de impactos na colheita florestal. Os impactos foram analisados para os indicadores dos meios físico (atmosfera; solo, água; biótico (flora e fauna e antrópico (emprego; saúde, paisagismo e gestão. Elaboraram-se matrizes para cada indicador, sendo estas ponderadas em relação à escala de ocorrência e fator de importância. Técnicos da área de colheita florestal realizaram o preenchimento das matrizes utilizando coeficientes de alteração previamente definidos. O coeficiente de impacto resultou do produto do coeficiente de alteração pelos fatores de ponderação, sendo avaliado numa escala de -15 a +15. O índice geral de impacto foi determinado para o mesmo padrão de escala. De acordo com a média das três avaliações, dois indicadores apresentaram coeficiente de impacto positivo (saúde e gestão; seis mostraram coeficiente negativo (atmosfera, solo, flora, fauna, emprego e paisagismo e um manteve-se inalterado (água. O índice geral de impacto mostrou-se positivo (1,29, indicando, no contexto global, condições ambienteis favoráveis quando da adoção do subsistema inovado.

  8. Avaliação física, química e fitoquímica de frutos de Physalis, ao longo do período de colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Simone Madruga Lima

    2012-12-01

    Full Text Available Physalis peruviana L. é uma espécie que vem sendo incorporada em plantios de pequenas frutas. Esta frutífera é tratada como anual, e o principal método de propagação é por sementes. Seu cultivo apresenta uma dinâmica de colheita diferenciada, com duração do período de colheita superior a três meses. Acredita-se que, devido ao extenso período de colheita, associado a diferentes épocas de semeadura, irão ocorrer variações nas características dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físicas, químicas e fitoquímicas de frutos de Physalis peruviana ao longo do período de colheita, em função de duas épocas de plantio. O experimento foi realizado no período de 2007/2008. A semeadura foi realizada em duas épocas (04-09-2007 e 26-11-2007, e o transplante foi realizado quando as plantas estavam no estádio de duas folhas verdadeiras. Os frutos foram colhidos aos 120; 150; 180; 210 e 240 dias após o transplante e avaliados quanto à massa total e a coloração da epiderme, assim como quanto aos seus teores de sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, fenóis e de carotenoides totais, razão SS/AT e atividade antioxidante. Os frutos de Physalis apresentaram variações físicas, químicas e fitoquímicas ao longo do período de colheita, para as duas datas de semeadura. O desenvolvimento das plantas, após o transplantio, levou a acréscimo nos valores de massa, nos teores de sólidos solúveis, fenóis e carotenoides, assim como na razão SS/AT. Na coloração e na atividade antioxidante, os maiores valores foram obtidos na primeira colheita (120 dias. A semeadura realizada em setembro proporcionou a obtenção de frutos com melhor qualidade.

  9. DETERMINAÇÃO DO PONTO DE COLHEITA DE FLORES DE Tropaeolum majus L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliane Nunes da Silva

    2018-06-01

    trabalho foi determinar o ponto de colheita de flores de T. majus. Os estádios fenológicos das flores foram determinados visualmente. A antocianina, comprimento das flores, carotenoides, flavonoides, massa fresca e teor de sólidos solúveis aumentaram durante o desenvolvimento das flores seguido de uma redução nos estádios correspondentes a senescência. O teor de ácido ascórbico decresceu durante o desenvolvimento. O estádio XII corresponde ao ponto ideal de colheita para as flores de T. majus.

  10. Conservação pós-colheita de fisális e desempenho produtivo em condições edafoclimáticas de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Fernandes da Silva

    2013-12-01

    Full Text Available O Physalis sp., popularmente conhecido como fisális, é um gênero com mais de 100 espécies, pertencente à família Solanaceae, caracterizado pelo cálice concrescido, que envolve e protege o fruto contra herbívoros e intempéries. Os frutos, de sabor agridoce, são muito utilizados na culinária, podendo também ser processados em geleias, doces e licores, consumidos in natura, por seu alto teor de vitamina C e antioxidantes, além de apresentarem inúmeras propriedades medicinais. Este trabalho objetivou analisar a produtividade de fisális na região sul do Estado de Minas Gerais e observar aspectos de sua conservação pós-colheita. Os experimentos relacionados com a produtividade foram instalados na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Maria da Fé, MG, e os demais experimentos, relacionados com a conservação pós-colheita, instalados no Laboratório de Tecnologia de Alimentos da UNIOESTE. Para avaliação da produtividade, instalou-se experimento contendo três blocos, com quatro plantas, e, para avaliação pós-colheita, foram utilizadas três repetições de cinco frutos, armazenados em câmara controlada tipo B.O.D, sem atmosfera modificada, por 28 dias, à temperatura de 5ºC, e avaliados no momento da instalação, aos 7, 14, 21 e 28 dias. Foram avaliados diâmetros longitudinal e transversal (mm, peso médio do fruto (g, com e sem cálice, peso total da colheita (g e teor de sólidos solúveis totais. Em laboratório, avaliaram-se perda de peso, acidez (ATT, pH, sólidos solúveis totais (SST e teor de vitamina C. Os frutos cultivados em Minas Gerais apresentaram características semelhantes às de frutos produzidos em regiões tradicionais de cultivo e podem facilmente ser armazenados por um período de 28 dias.

  11. Período mínimo de colheita para avaliação de cultivares de cacau em Linhares-ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dias Luiz Antônio dos Santos

    2003-01-01

    Full Text Available Investigou-se o período mínimo de colheitas sucessivas necessário para avaliação do desempenho de cultivares de cacau. Os cultivares locais não-melhorados 'Maranhão', 'Pará' e 'Parazinho', juntamente com os cultivares melhorados 'ICS 1' polinização livre e híbrido comercial, foram avaliados em quadrado latino 5 x 5 com parcelas de 196 plantas, durante dez anos (1984-93. O número de frutos sadios por planta (NFSP e o peso de sementes úmidas por hectare (PSUH e por fruto (PSUF foram os componentes de produção avaliados. A análise dos coeficientes de correlação entre produções anuais e acumuladas no decênio mostrou a necessidade da combinação dos primeiros seis e oito anos de colheitas sucessivas para NFSP e PSUH, respectivamente, para avaliação dos cultivares. A ampla variabilidade e o desempenho superior no pós-clímax (1989-93 e a tendência de os cultivares interagirem com os anos no pré-clímax indicaram que a avaliação deve ser conduzida em cacaueiros cultivados em Linhares somente após o oitavo ano de cultivo.

  12. Avaliação pós-colheita de priprioca (Cyperus articulatus L..

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael C. Robles

    2008-07-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram verificar o uso de hastes de priprioca (Cyperus articulatus L. como folhagem de corte ornamental e desenvolver técnicas de conservação pós-colheita para essa espécie. Hastes de priprioca podem ser usadas em substituição a outras espécies de Cyperus utilizadas como ornamentais. Testes com uso de sacarose não tiveram efeito sobre a longevidade. O tratamento pós-colheita indicado é a hidratação das hastes imediatamente após a colheita e em seguida em solução de “pulsing” (água e 100 mg L-1 de GA3 por 24 horas. Pulverização com cera de carnaúba também pode ser utilizada na pós-colheita dessa espécie, no entanto, os resultados com uso de GA3 foram superiores quando comparados com esse tratamento.

  13. QUALIDADE DE GOIABAS ‘PEDRO SATO’ EM FUNÇÃO DE TRATAMENTOS ALTERNATIVOS EM PÓS-COLHEITA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA CECÍLIA DE ARRUDA PALHARINI

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de produtos alternativos e termoterapia, isoladamente e em associação, na qualidade físico-química e no controle das podridões de goiabas ‘Pedro Sato’. Inicialmente, foi avaliado o efeito dos tratamentos em pós-colheita com cloreto de cálcio, fosfito de potássio, 1-metilciclopropeno (1-MCP, fécula de mandioca, etanol seguido de cloro (etanol+cloro e termoterapia, durante oito dias de armazenamento dos frutos a 22ºC. Em uma segunda etapa, quatro tratamentos foram selecionados (fécula de mandioca, 1-MCP, termoterapia e etanol+cloro e avaliados em associação de dois, aplicados de forma sequencial, durante oito dias de armazenamento dos frutos a 25ºC. Os tratamentos 1-MCP e fécula foram os mais eficazes em manter a qualidade físico-química das goiabas ‘Pedro Sato’, retardando a perda de massa, a mudança de coloração da casca e contribuindo para a retenção da firmeza. Constatou-se maior redução de frutos com podridão nos tratamentos com termoterapia, fécula de mandioca e 1-MCP. As associações de tratamento com 1-MCP/fécula de mandioca e termoterapia/fécula foram os tratamentos mais eficazes em manter a qualidade das goiabas ‘Pedro Sato’, retardando a perda de massa, a mudança de coloração da casca e a redução da firmeza. As associações de tratamento reduziram a ocorrência de podridões, com destaque para os tratamentos com etanol+cloro/termoterapia e termoterapia/fécula, que foram mais eficientes até o quarto dia de armazenamento. Observou-se correlação entre a incidência de podridões e os parâmetros cor da casca e firmeza da polpa para a maioria das associações de tratamentos. De maneira geral, recomenda-se o tratamento com termoterapia/fécula para goiabas armazenadas a 22-25ºC, como forma de manutenção da qualidade físico-química e atrasando em, pelo menos, dois dias os sintomas de podridões.

  14. QUALIDADE PÓS-COLHEITA DE MORANGOS CV. ‘DIAMANTE’ TRATADOS COM CLORETO DE CÁLCIO ASSOCIADO A HIPOCLORITO DE SÓDIO

    OpenAIRE

    Leandro de Morais CARDOSO; Vânia Amorim de DEUS; Enilson de Barros SILVA; Valter Carvalho de ANDRADE JÚNIOR; Nísia Andrade Villela DESSIMONI-PINTO

    2012-01-01

    O objetivo desse trabalho foi estudar os efeitos da aplicação do cloreto de cálcio associado ao hipoclorito de sódio na qualidade pós-colheita de morangos cv. Diamante. Os frutos foram coletados, selecionados e submetidos à imersão em: 1 - água destilada (controle), 2 - hipoclorito de sódio a 2% e 3 - hipoclorito de sódio (2%) + Cloreto de cálcio (1%). Em seguida foram divididos em 2 lotes, um mantido à temperatura ambiente (20,5 ± 3ºC e 59% a 66% de UR) e outro sob re...

  15. Programação e sequenciamento das frentes de colheita de cana-de-açúcar: modelo e métodos de solução para problemas de grande porte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério de Ávila Ribeiro Junqueira

    2017-10-01

    Full Text Available Resumo: Em um estudo anterior recente, modelos de otimização para a programação e o sequenciamento das frentes de colheita de cana-de-açúcar foram propostos. Esse é um problema agrícola e logístico complexo que envolve vários fatores, tais como o estágio de maturação da matéria-prima, a colheita na unidade agrícola e o transporte dessa matéria-prima para a unidade industrial, bem como a capacidade de moagem da unidade industrial. No presente estudo, aplica-se um dos modelos de otimização do estudo anterior para representar esse problema por meio de um modelo de programação inteira mista (PIM de dimensionamento e sequenciamento de lotes da produção em máquinas paralelas com custos e tempos de setup dependentes da sequência. Propõem-se métodos baseados em heurísticas PIM para resolver esse modelo em uma situação real de uma safra de uma empresa típica do setor, inspirados em uma heurística de agregação de blocos de colheita, em heurísticas de construção do tipo relax-and-fix e heurísticas de melhoria do tipo fix-and-optimize. Para comparar os desempenhos desses métodos heurísticos foram realizados vários experimentos com diferentes combinações e variações desses métodos, e três abordagens foram capazes de gerar soluções de boa qualidade, sendo que uma delas é aqui detalhada e analisada, com resultados promissores para apoiar decisões de programação e sequenciamento das frentes de colheita de cana-de-açúcar.

  16. Girassol ornamental: caracterização, pós-colheita e escala de senescência Ornamental sunflower: characterization, postharvest and senescence scale

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Luiz Curti

    2012-06-01

    Full Text Available O girassol ornamental amplia o mercado de comercialização de plantas ornamentais no Brasil. Desta forma, este trabalho teve como objetivo apresentar uma caracterização do manejo pós-colheita e propor uma escala de senescência da cultura do girassol ornamental quanto à senescência, durabilidade das flores e referências de valores de comercialização. A produção de flores é uma atividade de alto risco pela fragilidade do produto, qualidades estéticas e as condições de produção, bem como a menor durabilidade pós-colheita do produto. Esse estudo propõe uma escala de senescência para cultivares de girassol ornamental quanto à senescência dos capítulos para atribuir diferentes remunerações e possibilidades de comercialização da cultura.The ornamental sunflower widen the market of ornamental plants in Brazil. Thus, this study aimed to present a characterization of post-harvest management and to propose a range of senescence stage of sunflower as an ornamental in relation to senescence, flower longevity and benchmark values of trade. The production of flowers is a high risk activity for the fragility of the product, aesthetic qualities and conditions of production as well as lower post-harvest durability of the product. This study proposes a range of senescence stages for ornamental sunflower cultivars as the aging of different chapters to assign salaries and marketability of the crop.

  17. Indução de resistência à podridão‑amarga em maçãs pelo uso de eliciadores em pós‑colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas Alvarez Alamino

    2013-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito dos eliciadores acibenzolar‑S‑metílico (ASM e proteína harpina, aplicados em pós‑colheita, na indução de resistência sistêmica à podridão‑amarga em maçãs. Realizaram-se ferimentos mecânicos em maçãs 'Royal Gala' seguidos da aplicação dos eliciadores. Doze horas depois, procedeu-se à inoculação do fungo Colletotrichum gloeosporioides. Após 72 horas, realizaram-se as avaliações quanto à área lesionada e ao número de esporos, bem como a coleta de tecido dos frutos para quantificação de proteínas, açúcares totais e redutores, fenóis totais, e para determinação da atividade das enzimas fenilalanina amônia‑liase, superóxido dismutase, catalase, peroxidase e ascorbato peroxidase. A harpina e, em menor grau, o ASM proporcionaram aumento da atividade da enzima peroxidase e a consequente redução da área lesionada e da esporulação de C. gloeosporioides nas maçãs. Esses eliciadores podem ser utilizados como ferramenta de controle no manejo integrado da podridão‑amarga, em pós‑colheita de maçãs 'Royal Gala'.

  18. Técnicas de colheita para tomate de mesa Harvesting methods for fresh market tomatoes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos David Ferreira

    2005-12-01

    Full Text Available Comparou-se a qualidade de frutos provenientes de colheita utilizando cestas de bambu e sacolas de lona plástica em campos de produção na região de Mogi-Guaçu, SP. Utilizou-se como testemunha frutos não submetidos ao manuseio. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial (sistemas de colheita x dias após a colheita com três repetições. Foram observados o tempo de colheita, incidência de danos físicos (% originados no campo e/ou no processo de colheita, perda de masa (% durante o armazenamento, e a qualidade visual após armazenamento por 21 dias a temperatura ambiente (23ºC. O tempo necessário para realizar a colheita no mesmo número de plantas utilizando-se cesta de bambu foi superior em 20%, em relação à sacola plástica. A incidência de danos físicos (% e perda de massa (%, apesar de maiores nos frutos colhidos com sacola, não foram significativamente diferentes dos colhidos com cestas de bambus. Observou-se maior perda de massa (% durante o armazenamento nos frutos colhidos utilizando-se sacolas de lonas plásticas. Após armazenamento por 21 dias, frutos colhidos com sacola plástica apresentavam maiores perdas do que aqueles colhidos utilizando-se cestas de bambu, principalmente devido a danos físicos e podridões.Quality of tomato fruits harvested using traditional bamboo baskets was compared to fruits harvested using harvest bags in the Mogi Guaçu region, São Paulo State, Brazil. Fruits not submitted to handling were used as control. The trial was totally randomized (harvest system x days after harvest in a factorial design. The observed data were time spent for each harvest operation, mechanical injury (% caused either in the field or/and in the process of harvesting, weight loss (% during storage and final quality of fruits after storage for 21 days at room temperature (23ºC. The time necessary for the harvest with bamboo baskets was 20% higher than using plastic bags. The results

  19. Forragem hidropônica de milheto: produção e qualidade nutricional em diferentes densidades de semeadura e idades de colheita Hydroponic millet forage: production and naurishing quality in different sowing densities and harvest ages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liziany Müller

    2006-08-01

    Full Text Available Com objetivo de avaliar a produtividade e a qualidade nutricional da forragem hidropônica de milheto, realizou-se um experimento no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM - RS, identificando a densidade adequada de sementes e a idade ideal de colheita. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado; os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial 4x2, constituídos por quatro densidades de semeadura (0,5, 1,0, 1,5 e 2,0kg m-2 e duas colheitas (10 e 20 dias. Não foi observada significância à interação densidade x idade de colheita para nenhuma das variáveis analisadas. A estatura, a fitomassa seca, a hemicelulose e a lignina não foram influenciadas pela densidade de semeadura. O aumento da densidade de semeadura promoveu incremento na fitomassa fresca e no teor de proteína bruta e redução nos teores de fibra em detergente neutro e ácido e em celulose. A colheita aos 10 dias permitiu maiores valores de fitomassa fresca e seca, de hemicelulose, de celulose e menores valores de fibra em detergente neutro e ácido, e de lignina. Em relação à proteína bruta, não foi observada diferença significativa para as colheitas aos 10 e 20 dias. Pode-se sugerir o cultivo da forragem hidropônica de milheto, com densidade de semeadura de 2kg m-2, e colheita aos 10 dias, para se obter boa produção com qualidade nutricional.This study aimed to evaluate the effect of different harvest dates and sowing densities on growth and bromatological composition of hydroponic millet forage. The experiment was carried out in the Crop Production of the Universidade Federal of Santa Maria, RS, Brazil. A randomized experimental design was used. Treatments consisted of four sowing densities (0.5, 1.0, 1.5 e 2.0kg seed m-2 and two harvest dates (10 and 20 days after germination distributed in a 4x2 factorial scheme. There was no interaction between sowing densities and harvest date for all analyzed variables

  20. Qualidade pós-colheita de cenoura durante o desenvolvimento em monocultivo e consorciada com rabanete Quality carrot powder-crop during development in monoculture and associated radish

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafaella Martins de Araujo Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar a qualidade pós-colheita de cenoura 'Brasília' durante o desenvolvimento em monocultivo e consorciada com rabanete 'Crimson Gigante'. A semeadura foi realizada sob canteiros da horta experimental da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA, localizada no município de Mossoró-RN. A adubação foi efetuada conforme as exigências da cultura. O experimento foi conduzido em delineamento de blocos casualizados, no esquema fatorial 2 x 4 (dois sistemas de cultivo e quatro épocas de colheita com quatro repetições. As raízes de cenoura foram colhidas nos intervalos de 83; 91; 99 e 107 dias após a semeadura, e em seguida foram transportadas para o Laboratório de Pós-Colheita da UFERSA, onde procederam-se as seguintes análises físicas e físico-químicas das raízes: massa fresca, comprimento, diâmetro, firmeza, sólidos solúveis, potencial hidrogeniônico, acidez titulável e vitamina C. As variáveis estudadas foram submetidos à análise de variância e os níveis do fator qualitativo (sistemas de cultivo foram comparados pelo teste de Tukey, enquanto para o fator quantitativo (épocas de colheita procedeu-se o ajuste de modelos de regressão. O sistema de produção consorciado de cenoura e rabanete não propiciou diferença nas características avaliadas. Exceto para o diâmetro das raízes, que foi menor em cultivo consorciado. A época de colheita das raízes influenciou no diâmetro, pH, acidez titulável e vitamina C. Com exceção do pH, as demais características aumentaram com a época de colheita.The work had for objective to evaluate the quality carrot 'Brasília ' powder-crop during the development in monoculture and intercropped with radish 'Crimson Gigante '. The sowing was accomplished in stonemasons of the experimental vegetable garden of the Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA, in Mossoró-RN. The manuring was made according to the demands of the culture. The experiment

  1. Controle estatístico aplicado ao processo de colheita mecanizada de cana-de-açúcar Statistical control applied in the process of mechanical sugar cane harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rouverson P. da Silva

    2008-06-01

    Full Text Available O avanço da mecanização na colheita da cana-de-açúcar (Saccharum spp. proporcionou o uso de novas tecnologias e ganho em produtividade para a cultura. O controle da qualidade do processo de colheita da cana-de-açúcar é fundamental para reduzir as perdas. Este trabalho teve o objetivo de avaliar as perdas na colheita mecanizada de cana-de-açúcar, utilizando-as como indicadores de qualidade do processo de colheita. Os dados foram coletados em duas propriedades próximas a Jaboticabal - SP, com a variedade SP80-3280, em 3º e 4º cortes. Caracterizou-se o porte do canavial e, após a colheita, demarcou-se área de 1,5 ha, sendo demarcados 25 pontos, espaçados de 12 x 50 m, quantificando-se as perdas visíveis. Posteriormente, foi aplicado o controle estatístico do processo pela média, que consta de três vezes o desvio-padrão para mais ou para menos, sendo esses os limites superior e inferior de controle, respectivamente. A média das perdas de pedaço solto foi estatisticamente maior do que as médias de perdas em pedaço fixo, cana inteira, cana-ponta e toco. A ocorrência de perdas em rebolo estilhaçado foi menor para o 4º corte em relação ao 3º corte, enquanto as perdas em pedaço fixo e toco foram menores no 3º corte, comparadas às perdas no 4º corte. Em cada corte, as médias para as perdas totais estiveram próximas dos valores encontrados na bibliografia. Pedaço solto foi a variável de perdas visíveis com maior percentagem de ocorrência. As perdas demonstraram que a colheita mecanizada não se encontra sob controle estatístico de processo.The dvances in sugar cane mechanized harvest provided the management of new technologies and productivity gain to the crop. The control of quality process of sugar cane harvest is essential to reduce losses. However, studies regarding the subject are still scarce. This study aimed to evaluate the losses in the mechanized harvest of sugar cane, using them as markers of harvest

  2. DIGESTIBILIDADE APARENTE DO FENO DE Brachiaria humidicola (Rendle SCHWEICKERDT APÓS A COLHEITA DE SEMENTES APPARENT DIGESTIBILITY OF Brachiaria humidicola (RENDLE SCHWEICKERDT HAY AFTER SEED HARVEST

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Benir de Oliveira

    2007-09-01

    Full Text Available

    Objetivando avaliar a composição química e a digestibilidade aparente de feno de Brachiaria humidicola (Rendle Schweickerdt, após a colheita de sementes, foi realizado um experimento nas dependências do Departamento de Zootecnia da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Goiás. Utilizou-se quatro carneiros adultos, castrados, sem raça definida, com bolsas coletoras de fezes e alojados em gaiolas individuais de metabolismo durante 17 dias, sendo 7 de adaptação e 10 de coleta. A digestibilidade aparente da matéria seca (53,64% concorda plenamente com o resultado encontrado "in vitro" (53,37%. Na base de matéria seca, o feno apresentou 53,40% de N.D.T., baixo nível de proteína bruta (3,03% com baixo coeficiente de digestibilidade (11,88%. Nas condições do presente experimento conclui-se que a fenação da Brachiaria humidicola, após a colheita mecânica das sementes, prejudicou o valor nutritivo do feno, principalmente, a proteína bruta e sua digestibilidade.

    A trial to study the apparent digestibility of Brachiaria humidicola (Rendle Schweickerdt, grass, was carried out at the Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Goiás. The seeds of B.humidicola have a good commercial value and the farmers utilized a grass of bad quality after mechanical harvest. Four adult lambs, castrated males, of unknown race, were used and placed in metabolical individual cages during 17 days, 7 for adaptation and 10 for collection period. The apparent digestibility of dry matter was 53.64% and ";in vitro"; 53.37%. On dry matter-basis the hay has 53.40% of TND value, a poor crude protein (3.03% value with low coefficient of digestibility (11 .88%.

  3. Post harvest changes gamma-irradiated banana Prata; Modificações pós-colheita de banana 'prata' y-irradiada

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Vilas Boas, E.V. de; Chitarra, A. B.; Chitarra, M. I.F.

    1996-09-15

    estressante dessa dose. Observou-se um aumento na solubilizacao de pectinas. A atividade da PME foi estimulada na polpa dos frutos y-irradiados, embora a atividade da PG tenha sido reprimida. Os efeitos da radiacao y nao se refletiram numa possivel extensao da vida pos-colheita de bananas 'prata'. (author)

  4. Análise de posturas na colheita florestal semimecanizada em áreas declivosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan Pereira Barbosa

    2014-08-01

    Full Text Available Esta pesquisa teve por objetivo avaliar os fatores que interferem e alteram os modelos biomecânicos adequados durante as atividades de colheita florestal em áreas declivosas, a fim de encontrar as posturas-padrão para cada operação de colheita florestal e correções ou modificações necessárias que auxiliem na melhoria das posturas. A pesquisa foi realizada em áreas de colheita de plantios de eucalipto no Município de Divino de São Lourenço, Sul do Estado do Espírito Santo, região com predomínio de relevo declivoso. Foram analisadas as operações de derrubada com motosserra, traçamento, tombamento e empilhamento manual. Os resultados indicaram que as atividades de derrubada e empilhamento manual necessitam de correções e merecem atenção em curto prazo. Na operação de tombamento manual não há necessidade de medidas corretivas com relação às posturas, sendo estas consideradas satisfatórias. A operação de toragem necessita de medidas corretivas e deve ser mantida em constante verificação, fazendo-se revisões rotineiras dos métodos de trabalho e evitando, assim, futuros danos à saúde do trabalhador.

  5. MATURAÇÃO E COLHEITA DA SEMENTE DE Amburana cearensis (Allem. A. C. Smith

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Izabela Souza Lopes

    2014-01-01

    Full Text Available Studies about the maturation of seeds are essential to guide the ideal time of harvest, to assist the drying process planning, for storage and quality control. Therefore, the work aimed to know the appropriate time to harvest seeds from Amburana cearensis (Allem. A. C. Smith. The fruits were collected in the city of Malta, in Paraíba state, and then taken to the seed laboratory at the Universidade Federal de Campina Grande, where the analyses and the germination tests were carried out. In each of the six harvests, held weekly, fruits and seeds were evaluated for staining, biometrics and water content addition of the dry mass, germination and vigor of seeds. The experimental design was completely randomized with four replications of 25 seeds each. The revealed results have found that 54 days after anthesis, this stadium prior to dehiscence of fruits, these were dark brown color, wrinkled and with cracks at the apex, while the seeds in the sweet spot of physiological ripeness, black coloring, germination of 94,0%; 3,0% of abnormal seedlings and dead seed for 1.0% in the northeastern semi-arid conditions, it is recommended to harvest of the fruits to 54 days after anthesis when they presented a dark brown color and wrinkled apex with cracks, once 63 days after anthesis there is the natural dispersion of seeds.

  6. Maturação e determinação do ponto de colheita de frutos de envira-caju Maturation and determination of the harvest point of envira-caju fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josianny Feitosa de Farias

    2011-09-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou identificar o ponto de colheita, os índices de maturação e a qualidade dos frutos da envireira-caju (Onychopetalum periquino. Os frutos foram colhidos em cinco estádios de maturação (1-verde; 2-verde-laranja; 3-laranja; 4-laranja-vinho, e 5-vinho, sendo o estádio 5 colhido já amadurecido na planta e usado como padrão na determinação do ponto de colheita e do índice de qualidade do fruto. Os frutos colhidos foram armazenados a 26 ± 3 ºC e 85-90% de UR. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema de parcela subdividida no tempo com tratamento adicional, com quatro repetições de três frutos cada. As parcelas compreenderam os estádios de maturação na colheita, e as subparcelas, a maturação no dia da análise (0 dia para todos os estádios, 4 dias para os estádios 1 e 2, e 2 dias para os estádios 3 e 4. A interação entre o ponto de colheita e o armazenamento afetou significativamente todas as variáveis analisadas, exceto o rendimento de polpa. Os frutos colhidos no estádio verde-laranja atingiram índices de qualidade equivalente aos frutos amadurecidos na planta, após o amadurecimento. O ponto de colheita dos frutos corresponde à cor verde-laranja da casca, contendo 0,14% de acidez total titulável (AT; 8,62% de sólidos solúveis (SS; 64,17 de SS/AT; 60,55 g de peso médio, e 60,37% de rendimento de polpa, constituindo índices confiáveis do ponto de colheita.The present work has the objective to identify the harvest point, maturity and quality indexes of the fruits of the envireira-caju (Onychopetalum periquino. The fruits were harvested at five maturity stage (1-green, 2-green-orange, 3-orange, 4-orange-wine, 5-color wine, being the stage 5 ripened in the plant and used as pattern in the determination of the harvest point and of the maturity and quality indexes of the fruit. The harvested fruits were storage in condition it adapts (26 ± 3 ºC and 85

  7. Influência de diferentes sistemas de colheita na qualidade do café (Coffea arabica L. Influence of different harvest systems on quality of coffee (Coffea arabica L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássio de Carvalho Júnior

    2003-10-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a influência da colheita na qualidade do café, foram estudados seis diferentes sistemas. O experimento foi conduzido na fazenda Rancho Fundo, município de Campos Gerais, MG, no Departamento de Ciência dos Alimentos da UFLA e no Centro Tecnológico do Sul de Minas da EPAMIG. Em uma lavoura da cultivar Acaiá Cerrado, foram sorteadas, ao acaso, dezoito parcelas com trinta metros de comprimento. A colheita foi realizada quando a lavoura apresentava aproximadamente 20% de frutos verdes. Um terço do café derriçado de cada parcela era formado pela mistura de frutos provenientes da lavoura. O restante do café foi lavado e separado em frutos-bóia e verde/cereja. Os diferentes tipos de café foram colocados no terreiro de secagem até atingirem o teor de água de 11% (b.u.. Após a secagem, o café foi beneficiado e submetido às seguintes avaliações: polifenóis, açúcares totais, redutores e não-redutores, sólidos solúveis totais, acidez titulável total e prova de xícara. Analisando os resultados obtidos, apesar de terem sido observadas diferenças significativas entre os valores médios de polifenóis, açúcares, sólidos solúveis e acidez titulável para os diferentes sistemas de colheita, não foi possível estabelecer uma associação definida entre sistema de colheita e composição química. Não foi possível também distinguir, a partir da prova de xícara, diferenças na qualidade do café em função do sistema de colheita, pois, todas as amostras analisadas apresentaram bebida classificada como mole, apenas mole e dura.Aiming to evaluating the influence of the harvest on coffee quality, six harvest systems with different mechanization level were studied. The present work was developed on the Rancho Fundo farm, Campos Gerais town, MG, in the Food Science Department of the UFLA and in the “Centro Tecnológico do Sul de Minas” of EPAMIG. In a crop of the Acaiá Cerrado cultivars were randomized

  8. SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO NA PRODUÇÃO E PÓS-COLHEITA DE FRUTAS NO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Zocoler de Mendonça

    2014-12-01

    Full Text Available O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas, participando com 6% da produção mundial. Devido a maior preocupação e conscientização dos consumidores, atualmente, há grande procura por alimentos seguros e saudáveis, principalmente os consumidos in natura, que sejam produzidos respeitando o meio ambiente e sejam socialmente responsáveis. Para atender às exigências de mercado, normas internacionais de sistemas de gestão foram criadas pela necessidade de padronização de conceitos da qualidade a fim de proporcionar igual competitividade a qualquer organização, independentemente de sua dimensão e ramo de atuação, em qualquer país. Na área agrícola, normas de certificação também foram desenvolvidas e adaptadas pelo governo brasileiro para garantir a participação do Brasil no mercado externo, não sofrer restrição pelas barreiras não tarifárias além de produzir alimentos seguros e de qualidade. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é reunir elementos do sistema integrado de gestão, abrangendo as normas ISO 9001 e ISO 14001, gestão da qualidade e meio ambiente respectivamente, e relacioná-las com a produção e processamento pós-colheita de frutas como garantia de alimento seguro e de qualidade, a partir de certificações agrícolas como Boas Práticas de Fabricação (BPF, Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC e Produção Integrada de Frutas (PIF, possibilitando apontar as vantagens de implantação e otimização de recursos e tempo de implementação de ações. Os princípios do sistema de gestão formam a base para a melhoria contínua do desempenho, focada nos objetivos do sistema e na identificação de seus componentes. Os sistemas de certificação da produção agrícola, se aliados a um sistema de gestão, podem apresentar maior eficácia e fluidez nos seus processos de produção.

  9. Controle em pós-colheita de Penicillium digitatum EM laranja-pera com microrganismos e tratamento térmico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassiano Forner

    2013-03-01

    Full Text Available O mercado consumidor está exigindo alimentos sem a presença de resíduos de agrotóxicos. Assim, o trabalho teve como objetivo avaliar o controle do bolor verde, em laranjas-Pera, com agentes de biocontrole (Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis, Bacillus subtilis (QST 713, associados ou não ao tratamento térmico. Para tanto, os frutos foram adquiridos em "packinghouse" antes do processamento, sendo lavados e desinfestados com hipoclorito de sódio. Os frutos submetidos a esses tratamentos foram armazenados, por 11 a 28 dias, em temperatura de 10 ºC e UR 90%±5 ou por oito dias a 20 ºC e UR 90%±5. De modo geral, o tratamento térmico reduziu a severidade da doença determinada pela área abaixo da curva do progresso da doença nos frutos e a incidência natural de doenças em pós-colheita de laranja-Pera. Por outro lado, os agentes de biocontrole não controlaram a doença, mostrando que os organismos testados não apresentaram atividade curativa contra o bolor verde.

  10. Atmosfera modificada e refrigeração para conservação pós-colheita de camu-camu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline de Oliveirai

    2014-06-01

    Full Text Available O presente trabalho tem por objetivo avaliar a conservação pós-colheita de camu-camu, utilizando a refrigeração e a atmosfera modificada propiciada pelos filmes de policloreto de vinila (PVC e polipropileno biaxialmente orientado de 50µm espessura (BOPP50 e assim avaliar a durabilidade em relação ao controle (sem embalagem. Os frutos foram mantidos a 5±1°C e 90±2% de umidade relativa, durante 25 dias e avaliados a cada quatro dias de armazenamento quanto à firmeza, pH, sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico, antocianinas, perda de massa e concentração de CO2 da atmosfera no interior da embalagem. O filme de BOPP50 mostrou não ser a melhor alternativa para a conservação de camu-camu, pois a sua baixa permeabilidade aos gases ocasionou o acúmulo de CO2 no interior da embalagem, propiciando o processo fermentativo dos frutos após 13 dias de armazenamento. Os atributos pH, sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico e antocianinas não foram afetados pelos tipos de filmes utilizados, mas sim pelos dias de armazenamento. Os resultados mostraram que a utilização do filme de PVC, juntamente com refrigeração, para conservação pós-colheita de camu-camu, foi eficaz na manutenção da firmeza do fruto e na redução de perda de massa, mantendo os frutos comercialmente viáveis por 21 dias, enquanto o controle e os revestidos por BOPP50 se apresentaram inviáveis após 13 dias de armazenamento.

  11. CARACTERIZAÇÃO DO PONTO DE COLHEITA DE Physalis peruviana L. NA REGIÃO DE SÃO MATEUS, ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paloma Francisca Pancieri de Almeida

    2017-02-01

    Full Text Available Os frutos de Phisalys peruviana são climatéricas, sua colheita, normalmente se inicia quando os frutos apresentam coloração alaranjada e cálice amarelo. Objetivou-se neste trabalho identificar o estádio de maturação ideal para a colheita da P. peruviana L. na região de São Mateus, Norte do Espírito Santo. Foi avaliada massa dos frutos com e sem o cálice (g, diâmetros transversais e longitudinais (mm e sólidos solúveis totais (ºBrix (SST. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com cinco repetições, contendo três frutos por repetição. Os frutos com cálice de coloração amarelo apresentaram os maiores valores de massa com e sem o cálice, o mesmo ocorreu com diâmetros laterais e diâmetros transversais, já, em relação ao conteúdo de SST foram observados em frutos com estágio de cálice amarelo-esverdeado e amarelo-amarronzado. Os frutos de Phisalys peruviana devem ser colhidos quando frutos apresentarem cálice de cor amarelo-esverdeado a amarelo-amarronzados, pois são nessas fases de coloração de cálice, que os frutos apresentam maiores acúmulos de sólidos solúveis totais e maiores massas.

  12. Sistemas e condições de colheita e armazenamento na qualidade de morangos cv. Camarosa Systems and conditions of harvest and storage in strawberries cv's Camarosa quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barbosa Malgarim

    2006-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de morangos 'Camarosa' submetidos a diferentes sistemas de colheita, luz UV-C, atmosfera modificada e armazenamento por diferentes períodos, visando ao aumento da vida útil e à redução de perdas após a colheita. A colheita foi realizada em dois sistemas: no sistema um, o produtor realizou a colheita sem luvas, em caixas de madeira e sem utilizar o pré-resfriamento das frutas; no sistema dois, a colheita foi realizada por pessoal treinado, com utilização de luvas desinfetadas, em caixas plásticas lavadas e desinfetadas, foi empregado o pré-resfriamento a -3ºC durante 1 hora, até a temperatura da polpa das frutas atingir 4ºC. Os tratamentos foram: T1- controle (frutas sem luz UV-C e sem filme de polietileno; T2- frutas submetidas à luz UV-C durante 6 minutos; T3- frutas acondicionadas em filme de polietileno; T4- frutas submetidas à luz UV-C e acondicionadas em filme de polietileno. O armazenamento foi realizado à temperatura de 0±0,5ºC e UR de 90-95% por períodos de 3; 6 e 9 dias, seguidos de simulação da comercialização por 3 dias, à temperatura de 8±0,5ºC e UR de 75-80%. Na colheita e após o armazenamento, avaliaram-se: perda de massa; cor; firmeza de polpa; sólidos solúveis (SS; acidez total titulável (ATT; relação SS/ATT; ácido ascórbico, e incidência de podridões. A utilização de pré-resfriamento reduziu a perda de massa e a porcentagem de podridões. A perda de massa diminuiu nas frutas tratadas com filme. A luz UV-C reduziu a porcentagem de podridões. Morangos 'Camarosa' colhidos cuidadosamente, submetidos a pré-resfriamento, com utilização de luz UV-C e filme de polietileno, mantêm a qualidade durante nove dias de armazenamento a 0ºC e 3 dias de comercialização a 8ºC.The objective of this work was to evaluate the cv. Camarosa's quality of strawberries submitted to different harvest systems, UV-C light, exposure modified atmosphere and

  13. Programa computacional para o dimensionamento de colhedoras considerando a pontualidade na colheita de soja Computer model to select combine harvesters considering the timeliness of soybean

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Iackson O. Borges

    2006-04-01

    Full Text Available A colheita de soja (Glycine max (L. Merril é uma operação crítica que pode sofrer atrasos resultando em perdas na quantidade e na qualidade do material colhido. Embora o valor das perdas seja desconhecido no País, os produtores empregam colhedoras com reserva de capacidade para concluir a operação no menor prazo possível. O excesso de capacidade aumenta os custos fixos e a falta dela aumenta os custos das perdas por atraso e, em ambos os casos, reduzem a renda líquida da operação, ao que se denomina custo de pontualidade. O problema do dimensionamento consiste em ajustar o custo do capital extra investido na capacidade da máquina para garantir a pontualidade e o custo das perdas por atraso, buscando maximizar a renda líquida. Devido à importância da cultura e da pontualidade, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do atraso no dimensionamento da frota e no custo da operação de colheita. Para tanto, desenvolveu-se um modelo computacional em linguagem Borland® Delphi 5.0, em que a entrada de dados inclui os atributos da região agroclimática, da colhedora e das cultivares de soja. O resultado é a renda líquida como indicador da pontualidade na operação para a colhedora selecionada. O programa foi utilizado para simular cenários numa propriedade na região de Ponta Grossa - PR, e os valores obtidos revelaram que a frota de colhedoras da propriedade opera com capacidade ociosa, produzindo renda líquida abaixo do potencial.Soybean harvest is considered a critical operation that might suffer some delays causing a reduction in crop yield or quality. Although the value of losses is unknown in the country, combine harvesters with high capacity are applied by the producers and they aim to conclude the operation as fast as possible. If the harvesters have greater capacity than the required, the fixed cost is increased, and if it is the opposite, it might reduce the crop yield. In both cases, there is a decrease in

  14. Conservação pós-colheita de mamão 'Sunrise Solo' com uso de quitosana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joyce de Queiróz Barbosa Galo

    2014-06-01

    Full Text Available O mamão é um fruto de grande importância econômica, social e nutricional. No entanto, apresenta conservação limitada devido à deterioração pós-colheita e ao rápido amadurecimento. Portanto, o objetivo deste trabalho foi utilizar soluções de quitosana associadas ao glicerol como recobrimento de mamão papaia da cultivar 'Sunrise Solo' para manter a qualidade pós-colheita e prolongar sua vida útil. Os frutos foram lavados em água potável, higienizados em solução de hipoclorito de sódio a 200 mg L-1 por 10 minutos e secos à temperatura ambiente. Os tratamentos consistiram na imersão ou não (controle dos frutos em cinco concentrações (0,25%; 0,50%; 0,75%; 1,0% e 1,25% de quitosana. Decorrida a secagem natural do revestimento, os frutos foram armazenados a 28 ± 3 ºC e 65-70% UR. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualisado, utilizando-se de seis concentrações de quitosana com oito repetições, totalizando 48 frutos. Ao atingir o ponto ótimo para o consumo, avaliaram-se o teor de ácido ascórbico, de sólidos solúveis, da acidez titulável, da firmeza, a perda de massa fresca, o desenvolvimento fúngico e a vida útil. A aplicação de quitosana em mamão 'Sunrise Solo' manteve a firmeza e os teores de sólidos solúveis, de acidez titulável e de ácido ascórbico dos frutos até o ponto considerado ótimo para o consumo, em termos de aparência. A concentração de 1% de quitosana manteve a qualidade e aumentou a vida útil dos frutos em quatro dias. A quitosana inibiu o crescimento de fungos dos gêneros Cladosporium, Aspergillus e Penicillium.

  15. Colheita manual e diferentes formas de aproveitamento de grãos de gergelim. = Manual harvesting and the different forms of exploitation of sesame grain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Antonio Nóbrega Queiroga

    2010-12-01

    Full Text Available A colheita é uma das etapas mais importantes no rendimento final do sistema produtivo do gergelim, pois perdas de sementes de 50% ou mais podem ocorrer após a maturação completa, devido à deiscência das cápsulas. Dessa forma, objetivou-se no presente trabalho apresentar, por meio de uma revisão bibliográfica, as tecnologias recomendadas para a colheita do gergelim: corte das plantas, preparação e organização dos feixes, secagem, batedura, peneiração e ventilação dos grãos. Ressalta-se, ainda, que a comercialização do gergelim no Nordeste é bastante pulverizada e de difícil organização, principalmente por ser proveniente de pequenos agricultores, onde se concentra a maior parte da produção. Nessa situação, o ideal é que os agricultores se organizem via cooperativas e associações para fomentar o cultivo em comunidade visando um planejamento a priori para maior eficiência e rentabilidade da exploração do gergelim, principalmente pelo fato do consumo nacional apresentar-se superior a oferta do produto. Este trabalho também relata a verticalização da produção de gergelim e as suas qualidades na saúde e alimentação humana. = The harvest is one of the most important stages in the final yield of the production system of sesame, because seed losses of 50% or more might occur following maturation, due to dehiscence of the capsules. Thus, the aim of this study show was to review the literature relative to the recommended technologies for the harvesting of sesame: cutting plant, preparation and organization of the beams, drying, mixing, sifting and ventilation of the grain. It is also important to note that the marketing of sesame in the Northeast is highly dispersed and difficult to organized, primarily because it is obtained from small farmers, where most of the production is done. In this a situation, the ideal would be for farmers be organized through cooperatives and associations to promote community growth in

  16. O tratamento pré-colheita com AVG, aliado à absorção do etileno durante o armazenamento refrigerado, preserva a qualidade de maçãs 'Gala' Preharvest treatment with aminoethoxyvinylglycine, in association with ethylene absorption during cold storage preserves fruit quality of 'Gala' apples

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2009-06-01

    Full Text Available O manejo do estádio de maturação na colheita e a remoção do etileno no ambiente de armazenamento são estratégias importantes na preservação da qualidade pós-colheita de maçãs. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a ação combinada do manejo da maturação na colheita, através da pulverização pré-colheita com aminoetoxivinilglicina (AVG, com a utilização de sachê contendo absorvedor de etileno à base de permanganato de potássio (KMnO4, na preservação da qualidade pós-colheita de maçãs 'Gala'. Frutos dos tratamentos envolvendo combinações de doses de AVG (0; 62,5; 125 e 250 mg L-1 e datas de colheita (0; 5; 10 e 14 dias após o início da colheita comercial foram acondicionados em caixas, envoltos em filme de polietileno de alta densidade (30µm, sem (controle ou com a inclusão de um sachê de KMnO4, e armazenados por dois meses em câmara fria convencional (0±0,5ºC/90-95% de UR e mais sete dias em condição ambiente (20±4ºC/70-80% de UR. A pulverização pré-colheita com AVG retardou substancialmente a maturação dos frutos na colheita, bem como o amadurecimento durante o armazenamento refrigerado em mais de uma semana em condição ambiente. O armazenamento refrigerado com a utilização de sachê de KMnO4 retardou o amadurecimento, avaliado imediatamente após a remoção da câmara fria, expressa em maiores valores de firmeza de polpa e de ângulo 'hue' (hº no lado verde (menos exposto à luz, em frutos tratados com AVG nas doses de 125 e 250 mg L-1 e colhidos antecipadamente. Todavia, após uma semana de armazenamento em condição ambiente, o emprego de sachê de KMnO4 retardou o amadurecimento de frutos colhidos tardiamente e tratados com AVG nas doses >62,5 mg L-1. Os resultados obtidos mostram que o tratamento pré-colheita com AVG permite retardar a data de colheita e preservar a qualidade durante o armazenamento pós-colheita de maçãs 'Gala', com a utilização de sachê de KMnO4.The

  17. Qualidade pós-colheita de beterraba submetida à adubação com biofertilizante fermentado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Ricardo Tavares de Albuquerque

    2015-09-01

    Full Text Available O cultivo de beterraba com biofertilizante consiste em uma alternativa potencial para produção em escala familiar, sendo necessário, contudo avaliar a qualidade de produção. Assim objetivou-se avaliar a qualidade pós-colheita de beterraba submetida á adubação com biofertilizante fermentado. O experimento foi realizado na área experimental do Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar da Universidade Federal de Campina Grande, Câmpus de Pombal-PB, durante o período de setembro a dezembro de 2013, em solo classificado como Argissolo Vermelho-Amarelo Câmbico. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado. Os tratamentos corresponderam à aplicação de dois tempos (20 e 40 dias de fermentação do biofertilizante com três repetições. Foram utilizados seis tubérculos por parcela, selecionados conforme uniformidade de tamanho. Os tempos de fermentação do biofertilizante não influenciaram nas características físicas e químicas avaliadas, a exceção do teor de vitamina C e dos compostos fenólicos, que foram maiores para o biofertlizante fermentado até 40 dias e Íons H+ até 20 dias de fermentação. O uso de novas formulações de biofertilizante em estudos futuros será importante para melhor elucidar a influência deste modelo de adubação sobre a qualidade pós-colheita de beterraba.Beet postharvest quality subjected to fertilization with fermented biofertilizerAbstract: The beet cultivation with biofertilizer consists of a potential alternative to production in family scale, if necessary, but assess the quality of production. Thus aimed to evaluate the beet postharvest quality will undergo fertilization with fermented biofertilizer. The experiment was conducted in the experimental area at the Centre for Science and Agrifood Technology, Federal University of Campina Grande, Campus de Pombal-PB, during the period September to December 2013 in soil classified as Red-Yellow Cambic Argisol. The

  18. Qualidade pós-colheita de frutos e do fermentado alcoólico de amora preta

    OpenAIRE

    Pires, Caroline Roberta Freitas

    2013-01-01

    A amora tem despertado grande atenção do mercado mundial atual, o que tem sido atribuído, principalmente, à presença de compostos bioativos, tais como os compostos fenólicos, que atuam como potentes antioxidantes. No entanto, observa-se que este fruto apresenta uma vida pós-colheita restrita, devido, principalmente, à sua fragilidade e à acentuada perda de massa após a colheita. Diversas alternativas vêm sendo estabelecidas, visando reduzir as perdas destes frutos. Dentre estas, destacam-se o...

  19. Adequate timing for heart-of-palm harvesting in King palm Determinação de estádio adequado para colheita de palmito de palmeira real australiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marilene L.A. Bovi

    2001-07-01

    Full Text Available Heart-of-palm, palm heart, or "palmito" can be considered as a non-conventional vegetable, largely consumed in Brazil and exported to more than sixty countries. Timing of heart-of-palm harvesting is a critical issue in palmito agribusiness, since it affects yield, quality and costs. A three-year field experiment was utilized to identify the correct timing for king palm heart-of-palm harvesting, from the standpoint of maximizing yield and minimizing growing period. The experimental site was located at Pariqueraçu, Vale do Ribeira, a region where palmito agribusiness has increased recently, due to adequate climatic conditions, low costs and high industry demand. Crop was grown in 2 x 0.75 m spacing, utilizing six-month old seedlings. Growth was assessed periodically by measuring plant diameter and height (from soil level to insertion of leaf spear, as well as leaf number and size. Harvest was done, from 36 to 40 months after planting date. The results showed high plant variability, a common feature in palm. In spite of genetic variability, the adequate timing for start heart-of-palm harvesting (considering plant growth rate, yield, quality and market type, was reached when palms were 80 to 115 cm (small diameter and 200 to 300 cm tall (large diameter. The time to attain those heights varies widely among plants and growing conditions. In this experiment, harvesting could be started at 22 months after planting.Palmito é uma hortaliça não convencional, largamente consumida no Brasil e exportada para mais de sessenta países. A determinação do tempo adequado para sua colheita é fundamental para o agronegócio palmito, visto que afeta produção, qualidade e custos. Um experimento a campo, com três anos de idade, foi utilizado para identificar o ponto adequado de colheita de palmito da palmeira real australiana de forma a maximizar produção e minimizar tempo de cultivo. A área experimental está localizada em Pariqueraçu, Vale do Ribeira

  20. Qualidade pós-colheita de colmos de cana armazenados e seus reflexos na produção de cachaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Humberto de Oliveira Filho

    Full Text Available Resumo Esta pesquisa teve como objetivos avaliar as características tecnológicas e microbiológicas do caldo de cana colhida e armazenada, assim como seus reflexos na condução dos processos fermentativos e formação dos compostos secundários e contaminantes da cachaça. Depois da colheita da cana-de-açúcar, os colmos foram armazenados à temperatura ambiente (20-32 °C por períodos de 0, 24, 48, 72 e 96 horas, sendo o mosto preparado logo após a extração do caldo. As fermentações foram conduzidas em processo de batelada, por cinco ciclos fermentativos, com destilação dos vinhos em alambique de cobre. Foram analisadas as características tecnológicas e microbiológicas do caldo e do processo fermentativo. O armazenamento dos colmos de cana causou significantes perdas na qualidade tecnológica do caldo, influenciando negativamente o processo fermentativo, com decréscimo na viabilidade de células e brotos de leveduras. A utilização de matéria-prima armazenada por períodos superiores a 48 horas contribuiu para a redução do pH e aumento da acidez total e açúcares redutores residuais dos vinhos, refletindo em menor produção de álcool. Os níveis de acidez volátil, acetato de etila, acetaldeído, cobre, metanol e carbamato de etila das cachaças ficaram dentro do estabelecido pela Legislação Brasileira, enquanto o conteúdo de álcoois superiores e furfural apresentaram-se elevados nos destilados de cana colhida e armazenada.

  1. Sensibilidade da rosa 'Osiana' ao etileno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Delaine Cristina Cordeiro

    2011-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram determinar a sensibilidade e as respostas da rosa cultivar Osiana (Rosa × hybrida à presença de etileno ao longo da vida pós-colheita. Para determinar a sensibilidade da flor ao etileno, hastes foram cortadas e colocadas em câmaras herméticas e em seguida tratadas por 24 horas com diferentes concentrações de etileno variando de 0,0; 0,1; 1,0; 10; 100 e 1000 µL L-1do ar no interior da câmara. A rosa teve a vida pós-colheita reduzida pelo etileno, quando exposta a concentração igual ou superior a 10 µL L-1 de etileno. As flores tratadas com no mínimo de 10 µL L-1de etileno desenvolveram necrose, murcha e abscisão prematura das pétalas ainda túrgidas. As concentrações de 0,1 e 1,0 µL L-1de etileno estimularam a abertura do botão floral durante o período de 24 horas de exposição ao etileno, sem no entanto, reduzir a vida pós-colheita. A rosa 'Osiana' pode ser classificada como uma cultivar sensível ao etileno e a concentração influência os processos estimulados.

  2. Qualidade pós-colheita de quivi 'Hayward' tratado com 1-MCP e armazenado sob diferentes atmosferas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo José Vieira

    2012-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito do 1-MCP sobre o amadurecimento e a qualidade pós-colheita de quivi 'Hayward' armazenado sob diferentes atmosferas. Foram conduzidos dois experimentos, com frutos colhidos em pomar comercial localizado em Fraiburgo-SC. No experimento 1, os frutos foram tratados com três doses de 1-MCP (0,0; 0,5 ou 1,0 µL L-1 e armazenados sob atmosfera controlada (AC, contendo 2,0kPa de O2 + 4,5kPa de CO2, a 0ºC ± 0,5ºC, 92 ± 3% UR, e com <40 ηL L-1 de etileno no ambiente, durante 90 e 120 dias, mais sete dias de vida de prateleira a 23ºC. No experimento 2, os frutos foram tratados com 0,0 ou 0,7 µL L-1 de 1-MCP e armazenados sob atmosfera ambiente (AA, contendo 21 kPa de O2 + 0,03 kPa de CO2, a 0 ± 0,5ºC, 90 ± 3% UR, e com 200 a 250 ηL L-1 de etileno no ambiente, durante 30, 60, 90 e 120 dias, mais um e sete dias de vida de prateleira a 23ºC ou AC (contendo 2,0 kPa de O2 + 4,5 kPa de CO2, a 0ºC ± 0,5ºC, 92 ± 3% UR, e com <40 ηL L-1 de etileno no ambiente, durante 60, 90, 120 e 150 dias, mais um e sete dias de vida de prateleira a 23ºC. Os benefícios do tratamento com 1-MCP sobre a conservação da qualidade foram observados tanto para frutos armazenados sob AA quanto sob AC. No experimento 1, não houve diferença entre as doses de 1-MCP de 0,5 e 1,0 µL L-1 sobre o controle do amadurecimento e manutenção da qualidade dos frutos armazenados em AC. No experimento 2, o tratamento com 1-MCP retardou o aumento na taxa de produção de etileno após remoção de câmara fria. A redução da taxa de produção de etileno nos frutos tratados com 1-MCP foi associada ao aumento na conservação da firmeza da polpa sob AC e AA, e redução na incidência de pericarpo translúcido sob AA. O potencial de armazenamento foi aumentado pelo tratamento com 1-MCP em aproximadamente 60 e 30 dias, nos frutos armazenados sob AA e AC, respectivamente.

  3. HARVEST TIME AND PHYSIOLOGIC QUALITY OF SEEDS IN IRRIGATED RICE (Oryza sativa cv. BRS RORAIMA ÉPOCA DE COLHEITA E QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES EM ARROZ IRRIGADO (Oryza sativa cv. BRS RORAIMA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar José Smiderle

    2008-09-01

    Full Text Available

    Harvest time is one of most important factors influencing rice seed characteristics for purpose of either planting or milling. With the objective to determine a proper harvesting  time, irrigated rice seeds of cultivar BRS Roraima were harvested at 15, 22, 29, 36, 43 and 50 days after flowering (DAF, and assessed according to humidity, viability, dry mass of 1,000 seeds, whole grain yield, productivity and storability. Seeds harvested 29 DAF showed high quality and its productivity was equivalent to the subsequent periods. Seeds harvested 50 DAF showed good performance, except for whole grain yield. Harvests 15 and 22 DAF were unsuitable, reducing the physiologic quality of seeds, mill efficiency and high initial humidity. The adequate harvest time for cultivar BRS Roraima is between 29 and 43 DAF, when seeds present higher yield, dry mass, whole grain yield, physiologic quality and storability.

    KEY-WORDS: Physiologic quality; whole grain; humidity.

    A época de colheita é um dos fatores mais importantes que influenciam as características da semente de arroz, seja para semeadura ou para consumo. Com o objetivo de determinar a época adequada de colheita de arroz irrigado, para a cultivar BRS Roraima, sementes foram colhidas aos 15, 22, 29, 36, 43 e 50 dias após o florescimento (DAF e avaliadas quanto à umidade, viabilidade, massa seca de 1.000 sementes, rendimento de grãos inteiros, produtividade e armazenabilidade. As sementes colhidas aos 29 DAF

  4. Basil conservation affected by cropping season, harvest time and storage period Armazenamento e conservação de manjericão após diferentes épocas e horários de colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franceli da Silva

    2005-04-01

    Full Text Available Fresh basil (Ocimum basilicum L. is used in food, phytotherapic industry, and in traditional therapeutic, due to its essential oil content and composition. Nevertheless basil can not be kept for long periods after harvest and its quality can be reduced. This work aimed to assess the influence of the season and harvest time in the postharvest conservation of basil stored for different periods. Basil was harvested at 8 am and 4 pm both in August/1999 and January/2000. Cuttings were conditioned in PVC packages and stored for 3, 6, and 9 days. During storage, chlorophyll content, essential oil content and composition were determined as well as microbiological analyses were carried out. Harvest season and the days of storage influenced the final content of essential oil. There was a linear decrease in the content of essential oil, in the chlorophyll content and in the number of mold and yeast colonies during storage. There was no effect of cropping season or harvest hour on essential oil composition, but the eugenol and linalool content increased during storage. Coliforms were under 0.3 MPN g-1 and the number of Staphylococcus aureus was under 1.0x10² UFC g-1.O manjericão (Ocimum basilicum L. é empregado tanto na indústria culinária quanto fitoterápica e na medicina tradicional, devido ao teor e composição de seu óleo essencial. No entanto, o manjericão não pode ser conservado por longo período após a colheita e sua qualidade pode ser prejudicada. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência da época e do horário de colheita sobre a conservação de manjericão armazenado por diferentes períodos. O manjericão foi colhido às 8h e às 16h em agosto/1999 e em janeiro/2000. Os ramos foram acondicionados em filmes de PVC e armazenados por 3, 6 e 9 dias. Durante o armazenamento, o teor de clorofila, e o teor e a composição do óleo essencial foram determinados e foram conduzidas análises microbiológicas. A época de colheita

  5. Reguladores vegetais na conservação pós-colheita de goiabas 'Paluma' Growth regulators on 'Paluma' guavas postharvest conservation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA APARECIDA LIMA

    2002-08-01

    Full Text Available Avaliaram-se os efeitos da aplicação exógena de solução de ácido giberélico (GA, 6-benzilaminopurina (6-BAP ou ácido indol-3-acético (IAA a 100 ou 200 mg L-1 e de CaCl2 a 1% ou 2%, na conservação pós-colheita de goiabas-'Paluma', por infiltração a vácuo (500 mmHg.20 minutos-1. Os frutos tratados foram armazenados ao ambiente (21,6ºC, 73,4% UR e analisados, periodicamente, física e quimicamente. Os tratamentos com cloreto de cálcio a 1% ou 2% foram os melhores na conservação destas goiabas, pois propiciou-lhes vida útil comercial de 7 dias, o que corresponde a aumento de um dia na vida de prateleira, quando comparados com os demais tratamentos. Os tratamentos utilizados não apresentaram efeitos significativos na evolução da coloração e da firmeza dos frutos durante o amadurecimento.The effects of the application effects of gibberelic acid, 6-benzilaminopurine (6-BAP, and indol-3-acetic acid (IAA at 100 or 200 mg L-1 and calcium chloride at 1% or 2% by vacuum infiltration (500 mmHg.20 minute-1, on postharvest 'Paluma' guavas were studied. The fruits were stored at 21,6ºC, 73,4% UR and periodically analyzed physic and chemically. The treatments with 1% or 2% CaCl2 were the best with 'Paluma' guavas, showing a shelflife of 7 days, increasing its in one day, when compared with other treatments. These treatments did not affect significantly the evolution of color and firmess during the ripening.

  6. Utilização do Ozônio no Tratamento Pós-Colheita do Tomate (Lycopersicon esculentum Mill

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Simão

    2011-06-01

    Full Text Available O armazenamento de hortaliças no período pós-colheita é fator preocupante na logística de produtos perecíveis no ramo do agronegócio. Este artigo tem como objetivo mostrar o emprego do gás Ozônio (O3 para o aumento de vida de prateleira de frutos de tomate a fim de mantê-los adequados por mais tempo para a comercialização. Exemplares da cultivar Débora foram tratados com 1 ppm (vol/vol de Ozônio durante 24 horas a 25°C e 65% de umidade relativa. Qualidades físicas como perda de massa, estádio de maturação, injúria e senescência foram avaliadas após 15 dias de armazenamento. Comparados com uma amostra de controle, os frutos tratados com Ozônio apresentaram menos perda de massa, menor porcentagem de injúrias causada por fungos e maior retardamento no apodrecimento, mas pouca diferença quanto ao nível de maturação.

  7. Ação do 1-metilciclopropeno na conservação pós-colheita de manga 'Palmer' em diferentes estádios de maturação

    OpenAIRE

    Trindade,Danielly Cristina Gomes da; Lima,Maria Auxiliadora Coêlho de; Assis,Joston Simão de

    2015-01-01

    Resumo:O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de 1-metilciclopropeno (1-MCP) em manga 'Palmer' (Mangifera indica), nos estádios de maturação 2 e 3, para a conservação pós-colheita do fruto durante o período de armazenamento. Foram realizados dois experimentos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. No primeiro, mangas no estádio de maturação 2 foram submetidas a diferentes doses de 1-MCP (controle, 300, 600 e 1.000 nL L-1), por 12 horas, e tempos ...

  8. Qualidade das sementes de soja após a colheita com dois tipos de colhedora e dois períodos de armazenamento Soybean seed quality after harvesting with two types of harvester and two storage times

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Arantes Rodrigues da Cunha

    2009-08-01

    Full Text Available A colheita mecanizada de soja pode acarretar perdas qualitativas nas sementes. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade de sementes de soja colhidas mecanicamente por sistemas axial e tangencial de trilha, em diferentes velocidades de avanço da colhedora, antes e após o período de armazenamento de seis meses. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema de parcela subdividida no tempo, com quatro repetições. Nas parcelas, foram avaliados os procedimentos de colheita e, nas subparcelas, as épocas de avaliação da qualidade da semente. Os procedimentos de colheita foram: colhedora com sistema de trilha axial, deslocando-se a 6, 8 e 10km h-1, colhedora com sistema de trilha tangencial (convencional, deslocando-se a 4 e 6km h-1, e colheita manual. Foram analisadas as seguintes variáveis: germinação, porcentagem de plântulas fortes, índice de velocidade de emergência (IVE, emergência em areia e injúria mecânica. Pôde-se concluir que o emprego das colhedoras com sistemas de trilha tangencial e axial não provocou diferenças no índice de velocidade de emergência, no vigor e na germinação das sementes de soja. No entanto, com relação à injúria mecânica, a colhedora axial mostrou-se superior à convencional. O incremento da velocidade de deslocamento, dentro dos parâmetros recomendados pelo fabricante, não alterou a qualidade das sementes. O armazenamento reduziu o vigor das sementes colhidas.Soybean mechanical harvest may bring qualitative losses to seeds. This study aimed to evaluate the quality of soybean seeds mechanically harvested by axial and conventional threshing systems, at different displacement speeds of the harvesters, before and after the storage period of six months. A randomized complete block design in a split-plot arrangement with four replications was used. The main plots were the harvest systems and the split-plots were the storage times. The harvest systems

  9. Qualidade e vida útil pós-colheita de melancia Crimson Sweet, comercializada em Mossoró Quality and postharvest shelf life of Crimson Sweet watermelon marketed in Mossoró

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Elviro de Araújo Neto

    2000-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade e a vida útil pós-colheita de melancia cv. Crimson Sweet, comercializada em Mossoró, RN. A qualidade dos frutos foi avaliada por local de venda e tamanho de fruto. As melancias de tamanho grande e médio apresentaram melhor aparência externa e maior conteúdo de sólidos solúveis que aquelas de tamanho pequeno, enquanto as comercializadas na ocasião do desembarque apresentaram melhor aparência e maior firmeza. A avaliação da vida útil pós-colheita foi feita com frutos provenientes de um plantio comercial instalado em Mossoró, RN. A perda de peso foi de apenas 3,79%, o pH da polpa aumentou de 4,89 para 5,20, a acidez total titulável decresceu durante o armazenamento e os conteúdos de sólidos solúveis e açúcares solúveis totais não apresentaram correlação com o armazenamento, sendo que o primeiro variou de 7,63 a 9,55%. Os açúcares redutores apresentaram leve diminuição no final do armazenamento. A vida útil pós-colheita dos frutos foi avaliada em 12 dias.The objective of this research was to evaluate the quality and shelf life of Crimson Sweet watermelon marketed in Mossoró-RN. The quality of the fruits was evaluated by locality and fruit size. The large and middle sized watermelons presented better external appearance and higher soluble solids content than those of small size, while those marketed directly upon off loading, presented better appearance and higher firmness. The evaluation of the postharvest shelf life was done with fruits of a commercial plantation in Mossoró-RN. The weight loss was of 3.79%, the pH of the fruits increased from 4.89 to 5.20, the total titrable acidity decreased during storage. The soluble solids content and total soluble sugars did not present correlation with the storage, and the first varied from 7.63 to 9.55%. The reducing sugars a presented slight decrease at the end of the storage. The postharvest shelf life of the fruits was

  10. Conservação pós-colheita de frutos de goiabeira, variedade Paluma Post-harvest conservation of fruit of guava, var. Paluma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Gonzaga Neto

    1999-01-01

    Full Text Available Objetivando aumentar a vida útil de frutos da goiabeira (Psidium guajava L., variedade Paluma, nos primeiros dezesseis dias pós-colheita, foi realizado, no município de Petrolina, PE, região do Vale do São Francisco, um estudo para determinar o efeito da concentração de cálcio (Ca, do ambiente de armazenamento e do tipo de embalagem, na vida útil da goiaba. Foram estudados dois ambientes de armazenamento (condições naturais e ambiente refrigerado, três concentrações de Ca (0,5, 1,0 e 1,5% e dois tipos de embalagem do fruto (saco de polietileno transparente e saco de papel- manteiga. Doze tratamentos foram testados no delineamento de blocos ao acaso, com três repetições, num arranjo fatorial 3x2x2. Foram determinados os parâmetros: perda de peso e da cor verde da casca do fruto, e o teor de sólidos solúveis totais. Verificou-se que frutos da variedade Paluma colhidos "de vez" (frutos completamente desenvolvidos, mas com a casca verde mantiveram suas características comerciais por até dezesseis dias de armazenamento quando foram embalados em saco de polietileno transparente e sem furo, e armazenado em ambiente refrigerado a 10ºC, e 90% de umidade relativa.The study was undertaken to increase the shelf life of fruits of guava (Psidium guajava L. var. Paluma in the post-harvest period in the São Francisco River Valley (Petrolina, PE, Brazil. Effects of calcium (Ca concentration, storing condition and fruit wrapping material in the shelf life of fruit of guava were studied. Twelve treatments were tested in a randomized complete block design, in a 2 x 3 x2 factorial arrangement, comprising the following variables: two storing conditions (natural temperature and refrigerated, three Ca concentrations (0.5, 1.0 and 1.5% and two fruit wrapping materials (transparent poliethylene bag and impervious paper bag. The following guava parameters were evaluated: weight and peel green color losses and total soluble solids. It was observed

  11. Aplicação de recobrimento prolonga a qualidade pós-colheita de laranja 'Valência Delta' durante armazenamento ambiente

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gerlândia da Silva Pereira

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de cera à base de carnaúba na qualidade e conservação da laranja cv. 'Valência Delta', produzida em área de clima semiárido durante o armazenamento ambiente (24 ºC ± 2 e 40% ± 5 U.R.. A influência da utilização do recobrimento nas propriedades físicas (perda de massa, umidade da casca e coloração do flavedo e físico-químicas (sólidos solúveis, acidez titulável, pH, relação sólidos solúveis/acidez titulável, ácido ascórbico, flavonóides amarelos e polifenóis totais foi avaliada a cada quatro dias, por um período de 28 dias. Observou-se perda de massa crescente durante o armazenamento; no entanto, os frutos recobertos perderam massa a taxas bem menores que os frutos controle. Em concordância, a umidade da casca diminuiu durante o armazenamento, sendo mais pronunciada nos frutos controle. Os teores de sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico, flavonóides amarelos e polifenóis totais aumentaram, enquanto a relação sólidos solúveis/acidez titulável e pH decresceram ao longo do armazenamento. A aplicação de recobrimento à base de carnaúba prolongou a vida útil pós-colheita da laranja 'Valência Delta', cultivada no Estado do Ceará, através de uma significativa redução na perda de massa, intensificação do brilho do flavedo e manutenção das propriedades físicas e físico-químicas durante o armazenamento ambiente.

  12. Conservação pós-colheita de carambola sob refrigeração com recobrimento de biofilme de gelatina e PVC

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. A. Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a Conservação pós-colheita de carambola com recobrimento de gelatina e PVC. Para isto, carambolas da cultivar ‘Gigante doce’ foram colhidas na maturidade fisiológica, transportadas para o Laboratório de Pós-colheita da Universidade Federal Rural do Semiárido sendo selecionadas quanto a maturação, sanificadas, secas e separadas em três grupos para a aplicação dos recobrimentos: os frutos foram recobertos  individualmente com uma solução filmogênica de gelatina a 10% com 1% de glicerol como agente plastificante, recobertos 4 frutos com filme flexível de policloreto de vinila (PVC de 15μm por bandeja e testemunha (sem recobrimento. Os frutos foram armazenados a 10±1 ºC e 85-90% de UR, avaliados em intervalo de cinco dias durante 20 dias quanto a perda de massa, coloração da casca, firmeza de polpa, sólidos solúveis, acidez titulável, pH e ácido ascórbico. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizados, em esquema fatorial 3 x 5, com  quatro  repetições de três frutos. O recobrimento de PVC foi mais eficiente em minimizar a perda de massa dos frutos de carambola durante o armazenamento refrigerado. Enquanto, o biofilme propiciou a manutenção da coloração verde do fruto por maior período de tempo. Verificou-se aumento no teor de ácido ascórbico e decréscimo na firmeza de polpa dos frutos com o tempo de armazenamento.Postharvest conservation Star fruit refrigerated with biofilm coating gelatin and PVCAbstract: The objective of this study was to evaluate the Star fruit post-harvest preservation with coating of gelatin and PVC. For this, starfruit cultivar 'sweet Giant' were harvested at physiological maturity, transported to the Postharvest Laboratory of the Federal Rural University of the Semi-Arid being selected as maturation, sanitized, dried and separated into three groups for the implementation of coatings: the fruits were coanting individually

  13. Relationship between grain colour and preharvest sprouting-resistance in wheat Relação entre cor de grão e resistência à germinação pré-colheita em trigo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Carlos Bassoi

    2005-10-01

    Full Text Available Since red alleles (R of the genes that control grain colour are important for the improvement of preharvest sprouting resistance in wheat and there are three independently inherited loci, on chromosomes 3A, 3B and 3D of hexaploid wheat, it is possible to vary the dosage of dominant alleles in a breeding program. The objective of this work was to evaluate the dosage effect of R genes on preharvest sprouting, in a single seed descent population, named TRL, derived from the cross between Timgalen, white-grained wheat, and RL 4137, red-grained wheat. The study was carried out using sprouting data in ripe ears obtained under artificial conditions in a rainfall simulator over three years. According to the results there is a significant effect on preharvest sprouting provided by colour and a weaker effect of increasing R dosage. However, the significant residual genotypic variation between red lines and all lines (reds and whites at 0.1% level showed that preharvest sprouting was also controlled by other genes. There are no significant correlations between sprouting and date of ripeness or between ripeness, R dosage and colour intensity.Uma vez que os alelos dominantes para cor vermelha (R, dos genes que controlam a cor do grão, têm importância no incremento da resistência à germinação pré-colheita, em trigo, e há três locos herdados independentemente, nos cromossomos 3A, 3B e 3D do trigo hexaplóide, é possível variar sua dosagem em um programa de melhoramento. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de dosagem dos genes R na germinação pré-colheita, em uma população de descendência por semente única, batizada de TRL, derivada do cruzamento entre Timgalen, trigo de grão branco, e RL 4137, trigo de grão vermelho. O estudo utilizou dados de germinação em espigas maduras, obtidos sob condições artificiais em um simulador de chuva, em três anos. De acordo com os resultados, o efeito da cor de grão e, menos acentuadamente

  14. Teor de óleo essencial de alecrim-pimenta em função do horário de colheita Essential oil content of pepper-rosmarin as a function of harvest time

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Túlio Pinheiro de Melo

    2011-07-01

    Full Text Available O alecrim-pimenta é uma importante planta medicinal, nativa do nordeste brasileiro, que, devido ao seu óleo essencial, apresenta grande potencial antifúngico e antibacteriano. Um dos fatores que afetam o teor de metabólitos secundários das plantas é o horário de colheita, assim, o conhecimento desse fator subsidia as decisões agronômicas da espécie, favorecendo o aumento do teor de óleo essencial no momento da colheita. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito do horário de colheita na produção de óleo essencial de alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham.. O experimento foi desenvolvido no Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais (ICA/UFMG, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados com cinco tratamentos, definidos pelos horários de coleta das folhas (6:00, 9:00, 12:00, 15:00 e 18:00 e seis repetições, sendo esse o número de coletas em cada tratamento. As folhas foram obtidas de plantas matrizes do Horto Medicinal do ICA/UFMG. O óleo essencial foi obtido pelo método de hidrodestilação usando o aparelho de Clevenger. A análise de regressão apresentou um efeito cúbico para o teor de óleo essencial, sendo que o maior valor, 5,78% em relação à matéria seca, foi obtido às 9h59min. Portanto, recomenda-se a colheita das folhas de alecrim-pimenta próximo das 10h.The pepper-rosmarin is an important medicinal plant, native of Northeast of Brazil, that, because of its essential oil, presents great antifungal and antibacterial potential. One of the factors that affect the secondary metabolites content of plants is the harvest time, thus, the knowledge of this factor subsidizes the decisions agronomic species, favoring the increase of essential oil content at the harvest moment. Thus, the aim of this research was to evaluate the effect of harvest time on the essential oil production of pepper-rosmarin (Lippia

  15. Diferentes épocas de colheita, secagem e armazenamento na qualidade de grãos de trigo comum e duro Harvest timing, drying and storage effects in the grain quality of common and hard wheat

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Maria Terra Alves Carneiro

    2005-01-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi verificar a influência da época de colheita, secagem e período de armazenamento na qualidade de grãos de trigo comum e duro. Os experimentos foram instalados no campo do Núcleo Experimental de Campinas, IAC, usando DOIS genótipos de trigo comum (Triticum aestivum L, um com dormência na espiga (IAC 24, colhido com 30,0%; 21,4% e 12,2% de água e um sem dormência na espiga (IAC 289, colhido com 35,0%; 23,4% e 12,5% de água; além deum genótipo de trigo duro (Triticum durum L. sem dormência (IAC 1003, colhido com 31,6%; 22,2% e 11,7% de água. A secagem foi realizada a 40, 60 e 80 ºC e um fluxo de ar de 20 m³ min-1.m-2. Após a secagem, os grãos foram armazenados em embalagens de polietileno por um período de 0, 2, 4, 6 e 8 meses a 20 ± 2 ºC. Os parâmetros de qualidade de grãos analisados no Laboratório de cereais, raízes e tubérculos na FEA/UNICAMP foram os testes de número de queda, viscosidade, força geral do glúten e peso hectolitro. Observou-se no genótipo IAC 289 um aumento significativo da atividade da enzima alfa-amilase, com o atraso da colheita. Com antecipação da colheita e da secagem não foi reduzida a qualidade dos grãos e, com a armazenagem, houve melhora na qualidade tecnológica da farinha do trigo.The objective of the present work was to analyse the effects of initial moisture content, drying parameters and storage period in grain quality. The experiment was installed in Campinas Agronomic Institute (IAC, using two genotypes of common wheat (Triticum aestivum L, one with spike dormancy (IAC 24, harvested with 30.0%; 21.4% and 12.2% moisture content and the other without it (IAC 289, harvested with 35.0%; 23.4% and 12.5% moisture content; additionally, one hard wheat genotype (Triticum durum L. without dormancy (IAC 1003, harvested with 31.6%, 22.2% and 11.7% moisture content was also analysed. Drying operations were performed at 40, 60 and 80 ºC under an air flow of 20m

  16. Uso de embalagens plásticas e cobertura de quitosana na conservação pós-colheita de lichias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ellen Toews Doll Hojo

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a efetividade da atmosfera modificada, através de embalagens plásticas e coberturas de quitosana, na conservação pós-colheita de lichias. O delineamento estatístico foi o inteiramente casualizado, disposto em esquema fatorial 5 x 7, com 3 repetições, onde o primeiro fator corresponde aos tratamentos: Testemunha; Bandejas rígidas de poliestireno revestidas com filme poliolefínico de 0,015mm (PD955; Bandejas rígidas de polietileno tereftalato (PET; Bandejas de poliestireno recobertas com filme de cloreto de polivinila (PVC de 0,014mm; e Imersão em quitosana a 0,5%. O segundo fator foi o tempo de armazenamento, 0 (inicial; 4; 8; 12; 16; 20 e 24 dias, a 5 ºC (94 %UR. Cada parcela foi composta por 8 frutos, sendo que os tratados com quitosana foram contidos em bandejas rígidas de poliestireno, sem filme. Os resultados obtidos permitiram concluir que a proteção com filmes plásticos reduziu significativamente a perda de massa por lichias mantidas sob refrigeração, com redução na intensidade do escurecimento dos frutos. O tratamento com quitosana a 0,5%, em ácido tartárico a 10%, pH 0,8, mostrou-se efetivo na manutenção da coloração vermelha e na prevenção ao escurecimento, conservando a aparência dos frutos.

  17. COMPARAÇÃO DE SISTEMAS DE COLHEITA MECANIZADA E SEMIMECANIZADA NA PERDA, DANO MECÂNICO E IMPUREZA DE GRÃOS NA CULTURA DO FEIJOEIRO (Phaseolus vulgaris L. COMPARISON OF SYSTEMS OF AUTOMATED CROP AND SEMIMECHANIZED IN THE LOSS, MECHANICAL DAMAGE AND IMPURITY OF GRAINS IN THE CULTURE OF THE BEAN (Phaseolus vulgaris L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Pasqualetto

    2007-09-01

    Full Text Available

    As dificuldades constatadas na colheita mecanizada do feijoeiro ainda constitui em um obstáculo para a expansão da cultura. Diante disto, o CNPAF vem se esforçando para o melhoramento da espécie buscando características adequadas à colheita mecanizada. A cultivar Safira atende a este objetivo. Neste sentido foi realizado um experimento na Fazenda Três Irmãos, no município de Santa Helena de Goiás (GO, onde se compararam três sistemas de colheita, objetivando avaliar perdas de grãos, bem como a qualidade do produto colhido, através da análise de grãos quebrados e impurezas, na cultivar Safira. Os resultados demonstraram que a colheita mecanizada do feijoeiro para a cultivar Safira é viável. A automotriz recolhedora causa menor perda de grãos, mas o dano mecânico é elevado; a recolhedora-trilhadora apresentou perda satisfatória, apesar de exigir manuseio adequado.

    PALAVRAS-CHAVE: Feijão; culturas anuais; mecanização agrícola.

    The mechanization of the crop of the bean still constitutes an obstacle for the expansion of the culture. Due to this fact, CNPAF is making an effort to the improvement of the species looking for favorable characteristics to the mechanized crop. The cultivar ‘Safira’ fulfills this aim. In this sense, an experiment was carried out at Fazenda Três Irmãos, in the district of Santa Helena of Goiás (GO. Three crop systems were tested in order to evaluate losses of grains and the quality of the picked product, through analysis of broken grains and sludges. The results demonstrated that the mechanized crop of bean concerning the cultivar ‘Safira’ is viable. The self-driven retirement causes a smaller loss of grains, but the mechanical damage is higher; the retirement-thrashing showed satisfactory loss, despite of requiring

  18. A pulverização pré-colheita com ácido giberélico (GA3 e aminoetoxivinilglicina (AVG retarda a maturação e reduz as perdas de frutos na cultura do pessegueiro Preharvest spraying with gibberellic acid (GA3 and aminoethoxyvinilglycine (AVG delays fruit maturity and reduces fruit losses on peaches

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2005-04-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da pulverização pré-colheita com ácido giberélico (GA3 e aminoetoxivinilglicina (AVG na queda pré-colheita, maturação e qualidade de pêssegos, da cultivar Rubidoux. O delineamento experimental foi em blocos inteiramente casualizados, com quatro repetições, consistindo de seis tratamentos, resultantes da combinação de duas doses de GA3 (0 e 100 mg L-1 e três doses de AVG (0; 75 e 150 mg L-1. O GA3 e o AVG foram pulverizados cerca de seis e três semanas antes do início da colheita comercial dos frutos, respectivamente. Tratamentos envolvendo a combinação de GA3 (100 mg L-1 e AVG (75 e 150 mg L-1 retardaram a maturação dos frutos na colheita e durante o armazenamento refrigerado (4 semanas a 0-2ºC/90-95% UR, ocasionando maior retenção de cor verde da casca, menor redução da firmeza de polpa, menor aumento no teor de sólidos solúveis totais e menor redução na acidez titulável. De forma geral, os efeitos mais expressivos foram observados para tratamentos com GA3 100 mg L-1 do que para tratamentos com AVG 75 e 150 mg L-1. O tratamento com GA3 100 mg L-1 também reduziu o número de frutos com rachaduras e podridões, aumentou o peso médio de frutos na colheita e reduziu a incidência de escurecimento da polpa após armazenamento refrigerado. O AVG aumentou a incidência de frutos rachados.This research had the objective of studying the effects of preharvest spraying with gibberellic acid (GA3 and aminoethoxyvinilglycine (AVG on preharvest fruit drop, fruit maturity and fruit quality of peach, cultivar Rubidoux. The experiment consisted of a randomized complete block design, with four replicates, comprising six treatments derived from combinations of two doses of GA3 (0 and 100 mg L-1 and three doses of AVG (0, 75, and 150 mg L-1. GA3 and AVG were sprayed about six and three weeks before commercial fruit harvest, respectively. Treatments with GA3 (100 mg L-1 and AVG (75 and 150

  19. Simulação do efeito do manejo da palha e do nitrogênio na produtividade da cana-de-açúcar

    OpenAIRE

    Costa, Leandro G.; Marin, Fabio R.; Nassif, Daniel S. P.; Pinto, Helena M. S.; Lopes-Assad, Maria L. R. C.

    2014-01-01

    Propôs-se, com este trabalho, modelar o crescimento e a produtividade da cana-de-açúcar em sistemas de colheita mecanizada avaliando o efeito da remoção da palhada remanescente em combinação com doses de adubação nitrogenada de 60, 120 e 180 kg ha-1. Utilizou-se o modelo APSIM-Sugar calibrado com base em dois experimentos localizados em Piracicaba, SP, e Salinas, MG, conduzidos com a variedade SP80-1842. Avaliou-se a sensibilidade do modelo aos parâmetros de solo e de variedade, em especial a...

  20. Qualidade pós-colheita de caqui 'fuyu' com utilização de diferentes concentrações de cobertura comestível Postharvest quality of 'fuyu' persimmon using different concentrations of edible coatings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Carvalho da Silva

    2011-02-01

    Full Text Available Ao aplicar cera em frutas, tem-se o objetivo de criar uma película de proteção com a função de reduzir a perda de massa por evaporação e transpiração, e ainda diminuir a possibilidade de contaminação dos frutos por agentes causadores de podridão, melhorando assim o aspecto visual do produto. Dessa forma, é possível aumentar o tempo de conservação, diminuindo consequentemente os prejuízos por perdas na pós-colheita. O caqui é uma fruta muito apreciada, com alto potencial de exportação, porém sensível ao manuseio e armazenamento. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o efeito da aplicação da cera comestível Megh Wax ECF-124 (18% de ativos, composta por emulsão de cera de carnaúba, tensoativo aniônico, preservante e água, produzida por Megh Indústria e Comércio Ltda em três diferentes concentrações (25, 50 e 100%, na qualidade pós-colheita do caqui 'Fuyu' armazenado por 14 dias. Os atributos avaliados para qualidade foram: firmeza, pH, acidez titulável, sólidos solúveis, perda de massa e coloração. Os resultados demonstraram que a aplicação da cera nas diferentes concentrações foi efetiva, principalmente na conservação da massa do caqui cv. Fuyu e manutenção da coloração externa. A aplicação de cera não causou diferenças significativas nas propriedades químicas avaliadas. O tratamento na concentração de 25% apresentou menor índice de descarte durante armazenamento, todavia maiores concentrações demonstraram menores valores de perda de massa. Aplicação de cera de carnaúba em caqui apresenta um grande potencial de uso para melhoria na conservação pós-colheita, podendo ser aplicado juntamente com outras tecnologias, auxiliando na manutenção da qualidade para exportação.One of the main objectives of applying edible coatings on fruits surface is to create a protective film to reduce weight loss due to evaporation and transpiration and also to decrease the risk of fruit rot caused by

  1. Fungos e fumonisinas no período pré-colheita do milho Fungi and fumonisins at maize's pre-harvest period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislaine Hermanns

    2006-03-01

    Full Text Available A contaminação fúngica e por micotoxinas no milho pode ocorrer antes mesmo da colheita, resultando em grandes perdas econômicas. Fusarium spp. é o principal contaminante do milho no campo, e muitas espécies deste gênero são responsáveis pela produção de fumonisinas. As fumonisinas são tóxicas para animais e humanos, estando envolvidas na doença da leucoencefalomalácea eqüina e associadas à síndrome de edema pulmonar em suínos e câncer de esôfago em humanos. O objetivo deste trabalho foi identificar os pontos críticos de contaminação fúngica e a produção de fumonisinas durante o período pré-colheita do milho. Os resultados mostraram um crescimento fúngico já na fase de grão farináceo, com nenhuma diferença significativa nas fases seguintes: grão farináceo duro e maturação fisiológica. Fungos não esporulados foram predominantes na fase de florescimento (100% e na fase de grão farináceo (95%. Espécies saprófitas foram identificadas na fase de grão farináceo duro (23,25%. Fusarium spp. já foi evidente na fase de grão farináceo (5%, aumentando consideravelmente nas fases de grão farináceo duro (62,5% e maturação fisiológica (90%. Todas as cepas de Fusarium spp. testadas mostraram-se potencialmente toxigênicas. Fumonisinas foram evidentes nas fases finais de desenvolvimento, aumentando consideravelmente da fase de grão farináceo duro (0,2 ppm para a maturação fisiológica (2,5 ppm. Os autores sugerem atenção especial e adoção de medidas preventivas na fase de grão farináceo, onde Fusarium spp. começa a ser evidente.Fungal and mycotoxin contamination in maize can take place even before harvest time, with large economic losses in consequence. Fusarium spp. is a ubiquitous contaminant of corn in the field and several species of this genera are responsible for fumonisins production. Fumonisins are reported to be toxic to animals and humans, implicated in equine leukoencephalomacia disease

  2. Influência da adubação silicatada no teor de clorofila em folhas de roseira

    OpenAIRE

    Locarno, Marco; Fochi, Carolina Graçon; Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira

    2011-01-01

    A realização de estudo da adubação silicatada em roseiras é justificada com o intuito de reduzir o número de aplicações de defensivos agrícolas, podendo aumentar a produtividade e a qualidade dos botões florais na colheita e pós-colheita. A absorção de silício difere entre as espécies vegetais. Há evidências de que o envolvimento dos silicatos na indução de resistência pode ocorrer pela participação do próprio silício, fortificando estruturas da parede celular, conferindo aumento da lignifica...

  3. Potencial de vida útil pós-colheita de quatro genótipos de melão tipo Galia Potential of postharvest shelf life of four genotypes of Galia type melons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Lígia Dantas de Morais

    2004-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o potencial de vida útil pós-colheita de melões (Cucumis melo L. tipo Galia (genótipos Primal, Solarking, Total e Vicar. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 (genótipos x 4 (tempos de armazenamento: 0, 3, 6 e 9 dias, com três repetições. Os frutos foram colhidos no estádio de maturação IV (predominantemente amarelo e armazenados à temperatura de 20 ± 1ºC e umidade relativa de 50 ± 2%. O genótipo Solarking apresentou uma firmeza média de polpa superior aos demais, do inicio ao final do período de armazenamento. Em todos os genótipos, os valores de sólidos solúveis no início do armazenamento encontraram-se dentro da faixa aceitável para comercialização no mercado externo, havendo pouca variação com o decorrer do período de armazenamento. A aparência interna limitou o tempo de vida útil pós-colheita do genótipo Total em apenas seis dias. Os genótipos Solarking, Vicar e Primal apresentaram maior potencial na conservação pós-colheita, principalmente o híbrido Solarking, que chegou aos nove dias de armazenamento com boa aparência interna.The postharvest life span of Galia (genotypes Primal, Solarking, Total, and Vicar melons (Cucumis melo L. was evaluated by a four (genotypes x four (storage periods: 0, 3, 6, and 9 days factorial experiment, in a completely randomized design with three replications. The fruits were harvested at maturation stage IV (yellow color predominance, and stored under 20 ± 1ºC and HR 50 ± 2%. Solarking's average firmness was better than that of the other genotypes during the experimental period. At the beginning of the experiment all genotypes had soluble solids contents at the level (eight to ten percent required for exportation, with these levels varying slightly during storage. The internal aspect limited to six days the postharvest life span of genotype Total. Solarking, Vicar, and Primal showed great postharvest conservation potential

  4. Traffic effects on the soil preconsolidation pressure due to eucalyptus harvest operations Efeito do tráfego nas pressões de preconsolidação do solo devido as operações de colheita do eucalyptus

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moacir de Souza Dias Junior

    2005-06-01

    Full Text Available One of the limitations for reaching sustainable forest development is related to the traffic of machines and vehicles during harvest operations and wood transport, which may cause soil structure degradation. Seeking a way to analyze this problem, the objective of this study was to determine the traffic effects due to harvest operations and wood transport, on the preconsolidation pressure (sigmap in a Typic Acrustox cultivated with eucalyptus. This study was conducted using undisturbed soil samples collected at the 0.1-0.125 m depth. Undisturbed soil samples were used in the uniaxial compression tests. Soil sampling consisted of two stages, before and after the mechanized harvest operations. The traffic effects on the sigmap in the dry season indicated that the soil compaction process was neither evident nor important. However, in the rainy season the traffic effects on the sigmap indicated that the operations performed with Harvester and Forwarder caused greater soil compaction than those with Motorized Saw and Manual, which caused less soil compaction.Uma das limitações para alcançar o desenvolvimento florestal sustentável está relacionado ao tráfico de máquinas e veículos durante as operações de colheita e transporte de madeira que podem causar degradação da estrutura do solo. Buscando uma maneira para analisar este problema, o objetivo deste estudo foi determinar o efeito do tráfego devido a operações de colheita e transporte de madeira, nas pressões de preconsolidação (sigmap de um Latosol Vermelho-Amarelo, cultivado com Eucalyptus. Este estudo foi realizado usando amostras de solo indeformadas coletadas a 0,10-0,125 m de profundidade. As amostras indeformadas foram usadas nos ensaios de compressão de uniaxial. A amostragem consistiu de duas fases, antes e depois das operações de colheita mecanizada. As alterações causadas pelo tráfego nas sigmap na estação seca indicaram que o processo de compactação não foi

  5. Uso de fécula de mandioca na pó-colheita de manga 'surpresa' Use of cassava starch in the 'surpresa' mango postharvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laerte Scanavaca Júnior

    2007-04-01

    Full Text Available A manga é uma fruta tropical climatéria que amadurece rapidamente depois de colhida. Avaliou-se a vida útil pós-colheita de mangas 'Surpresa' utilizando recobrimento com película de fécula de mandioca. Os frutos foram mergulhados em suspensões a 0; 1; 2 e 3% de fécula de mandioca por três minutos, secos ao ar e armazenados em temperatura ambiente (± 29º C e ± 87% de umidade relativa. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em fatorial de 4 x 5 (tratamentos x tempo. Foram avaliados a perda de massa fresca (%, a firmeza do fruto e da polpa, a acidez total titulável, os sólidos solúveis totais, a relação SST/ATT e o pH, além das cores da casca e da polpa. Os frutos foram avaliados aos 0; 3; 6; 9 e 12 dias. Os frutos tratados com 3% de fécula de mandioca reduziram a perda de água e melhoraram o aspecto visual dos frutos, e a logevidade deste tratamento foi de 12 contra 7 dias da testemunha.The mango is a tropical climacteric fruit that ripens quickly after having been picked. The useful postharvest life of 'Surpresa' mangos was evaluated using covering with cassava starch film. The fruits were immersed in suspensions to 1, 2 and 3% of cassava starch for three minutes, dried by the air and conserved in ambient temperature at ± 29º C of temperature and ± 87% of relative humidity. The outline used was entirely randomized and the experiment was carried out in 4 x 5 fatorial design (treatments x time. The loss of fresh mass (%, the firmness of the fruit and pulp, the total titratable acidity (TTA, the total soluble solids (TSS, the TSS/TTA relation and the pH, were evaluated besides of the colors of the peel and pulp. The fruits were evaluated on the 0, 3, 6, 9 and 12 days. The fruits treated with 3% of cassava starch reduced its loses of water and improved the visual aspect of the fruits, and the shelf life of this treatment was 12 against 7 days of the witness.

  6. Qualidade de manga 'tommy atkins' pós-colheita com uso de cloreto de cálcio na pré-colheita Quality of 'tommy atkins' mangoes in post-harvest with calcium choride spray use in the pre-harvest period

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronaldo Hissayuki Hojo

    2009-03-01

    Full Text Available Mangas da cultivar Tommy Atkins produzidas em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, foram analisadas com o objetivo de verificar a influência da aplicação pré-colheita de cloreto de cálcio na vida útil pós-colheita e em relação ao distúrbio fisiológico. As pulverizações de CaC1(2 foram realizadas em três épocas: 35; 65 e 95 dias após o florescimento. Os tratamentos foram concentrações de cloreto de cálcio: 0,0%; 2,0%; 3,5%; 5,0% e 6,5%. Frutos foram colhidos, transportados para o Laboratório de Biotecnologia da UESB, armazenados em câmara fria a 10ºC e 90% UR e avaliados por período de 35 dias. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 6 (concentração x tempo de armazenamento, com 3 repetições e 2 frutos por parcela. Os parâmetros analisados foram: perda de massa, firmeza, acidez titulável, pH, sólidos solúveis, relação sólidos solúveis/acidez, incidência e severidade de colapso interno. Durante o período de armazenamento, observou-se que, a partir do 28º dia de armazenamento, a perda de massa dos frutos foi menor em doses maiores de cloreto de cálcio. A firmeza e o teor de sólidos solúveis foram influenciados em maiores concentrações de CaC1(2, enquanto as demais características não foram influenciadas significativamente. A incidência e a severidade do colapso interno dos frutos não foram afetadas com uso de cloreto de cálcio. Verificou-se que a aplicação pré-colheita de cloreto de cálcio, em doses maiores (> 3,5%, aumenta a vida útil pós-colheita da manga, contudo não reduz a incidência do colapso interno.The fruits produced in Livramento de Nossa Senhora, Bahia, had been analyzed with the objective to verify the influence of spraying application of calcium chloride in pre-harvest period on shelf life of 'Tommy Atkins' mangoes. The sprayings of CaC1(2 were made three times: 35, 65 and 95 days after mango flowering. The used treatments were composed

  7. Soluções de manutenção na pós-colheita de Chrysanthemum morifolium cv. Dragon Chrysanthemum morifolium cv. Dragon postharvest maintenance solutions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Poliana Cristina Spricigo

    2010-10-01

    Full Text Available O desenvolvimento e uso de técnicas que prolonguem a durabilidade das flores, mantendo a qualidade do produto, é imprescindível para redução de perdas pós-colheita. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar soluções de manutenção, associadas ou não a sacarose, na manutenção da qualidade pós-colheita de hastes de crisântemos. O experimento foi conduzido sob delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial, com cinco tratamentos e três repetições, com 2 hastes florais cada uma. Os tratamentos utilizaram água destilada; 8-HQC a 100 mg L-1; 8-HQC a 100 mg L-1 + sacarose a 50 g L-1, 8-HQC a 200 mg L-1; 8-HQC a 200 mg L-1 + sacarose a 50 g L-1. Foram feitas avaliações físicas: coloração, massa fresca e conteúdo relativo de água (CRA; avaliações químicas: açúcares redutores e pigmentos; e avaliações qualitativas: turgescência, cor das flores, e número de botões, flores entreabertas e abertas. A combinação de 8-HQC 200 mg L-1 + sacarose a 50 g L-1 foi a que apresentou melhor desempenho para a manutenção da qualidade das hastes florais, favorecendo a abertura de botões e a turgescência das lígulas. A sacarose contribuiu para uma melhor manutenção de substâncias de reserva na haste, que tiveram a sua vida de vaso estendida.The development and use of techniques that extend the life vase of the flowers, maintaining the quality of the product, is essential for reducing postharvest losses. The objective of this work was to evaluate different solutions for maintenance, associated or not to sucrose, in maintaining the postharvest quality of chrysanthemum stems. The treatments used distilled water, 8-HQC to 100 mg L-1, 8-HQC to 100 mg L-1 + sucrose 50 g L-1, 8-HQC to 200 mg L-1, 8-HQC to 200 mg L-1 + sucrose 50 g L-1. Physical assessments were made: color, fresh mass and relative water content; chemical evaluations: reducing sugars and pigments, and qualitative assessments: turgidity, color of the flowers, and

  8. Qualidade de uva 'Isabel' tratada com cloreto de cálcio em pós-colheita e armazenada sob atmosfera modificada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Sousa da Silva

    2012-03-01

    Full Text Available Uvas 'Isabel' foram tratadas após a colheita com cloreto de cálcio (CaCl2 e submetidas a atmosfera modificada para avaliação da manutenção de sua qualidade durante o armazenamento, a 12±1 ºC e 85±2% de UR. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2 x 5, com 3 repetições, sendo cinco doses de CaCl2 (0,0; 0,5; 1,0; 2,0 e 4,0%, dois tipos de atmosfera [ambiente e modificada (AM] e cinco períodos, durante o armazenamento refrigerado. As avaliações foram acidez titulável (AT, sólidos solúveis (SS, relação SS/AT, pH, ácido ascórbico, incidência de podridão, perda de massa, aparência do engaço e índice de degrana. A AM reduziu a perda de massa, a incidência de podridão e manteve a aparência verde do engaço, ampliando a vida útil de uva 'Isabel' em seis dias. Doses de CaCl2 entre 0,5 e 2,0% reduziram a incidência de podridão. A aplicação de CaCl2 associado à AM reduziu a degrana em uva 'Isabel' durante o armazenamento refrigerado.

  9. Estratégia para uniformização da maturação de frutos do cafeeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Santinato

    2017-12-01

    Full Text Available A desuniformidade de maturação do cafeeiro é um dos principais problemas para realização eficiente da colheita mecanizada. Isto pois, dependendo do sistema de colheita adotado, eleva a quantidade de frutos verdes colhidos ou a quantidade de frutos secos caídos naturalmente. Uma das estratégias para driblar esta dificuldade é a utilização de “maturadores” capazes de retardar ou acelerar o processo do amadurecimento, visando maior uniformidade na maturação dos frutos. O presente estudo objetivou determinar a correta forma de utilização do retardador da biossíntese do etileno, quanto à dose e ao modo de aplicação, avaliando a uniformidade da maturação dos frutos, a eficiência de colheita e a quantidade de frutos no estádio cereja colhidos. Os tratamentos foram dispostos no esquema fatorial 3 x 2 + 1, delineados em blocos casualisados, com quatro repetições. Os tratamentos foram três modos de aplicação do produto Mathury® (planta inteira, 50% e 30% da parte superior da planta, duas doses (10,0 e 5,0 L ha-1, além de uma testemunha em que não aplicou-se o produto. O retardador deve ser aplicado em toda a planta, na dose de 5,0 L ha-1,pois eleva a porcentagem de frutos cereja na planta e colhidos, e a eficiência de colheita.

  10. Efeito de ácido giberélico, GA3, e GA4 + GA7 em pós-colheita de crisântemo e solidago.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Laschii

    1999-05-01

    Full Text Available O experimento foi instalado no laboratório do Departamento de Horticultura da FCA/ UNESP, no período de 14 de novembro a 3 de dezembro de 1998. As hastes de crisântemo (Dendranthema grandiflora Tzvelev e solidago (Solidago canadensis L. foram selecionadas e colocadas em solução de "pulsing", por 24 horas, visando avaliar as respostas aos seguintes tratamentos: Água (testemunha, GA3 10 mg.L-1 (Pro-Gibb; GA3 20 mg.L-I; GA3 30 mg.L-I; GA4 + GA7 10 mg.L-1 (Pro-Vibe, GA4 + GA7 20 mg.L-1 e GA4 + GA7 30 mg.L-1. Após os tratamentos de "pulsing", as hastes foram colocadas em recipientes contendo 1.000 mL de água, que foi trocada a cada dois dias. Avaliou-se o número de dias até o descarte, tanto para hastes de solidago quanto para crisântemo, para cada tratamento testado. Avaliou--se também a qualidade das folhas de solidago conforme o seguinte critério: índice de qualidade (IQ = 3 (folhas verdes, IQ = 2 (folhas em início de amarelecimento e IQ = 1 (folhas amarelas ou queimadas. Pelos resultados concluiu-se que: hastes cortadas de solidago e crisântemo diferiram quanto às respostas aos tratamentos pós-colheita, em relação ao tipo de giberelina utilizada; GA4 + GA7 10 mg.L-1 foi eficiente na manutenção da qualidade de hastes cortadas de solidago, e GA3 nas concentrações utilizadas no experimento apresentaram efeito deletério nas folhas de solidago; GA3 10 e 20 mg.L-1 foram mais eficientes na manutenção da qualidade pós-colheita de hastes de crisântemo.

  11. Controle da maturação de caqui 'Fuyu' com aplicação de aminoetoxivinilglicina e 1-metilciclopropeno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auri Brackmann

    2013-12-01

    Full Text Available O armazenamento de caquis é uma ferramenta importante na manutenção da qualidade e no prolongamento da oferta do fruto após a colheita. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de AVG em pré-colheita, e do 1-MCP, em pré e pós-armazenamento, sobre a manutenção da qualidade pós-colheita e seu efeito na incidência de distúrbios em caquis 'Fuyu' armazenados em atmosfera controlada a -0,5 ºC e transferidos a condição de ambiente (20 ºC por 6 dias. Os tratamentos foram: [1] controle; [2] aplicação de AVG (123 g ha-1; [3] aplicação de 1-MCP (1,0 µL L-1 em pré-armazenamento; [4] aplicação de AVG e 1-MCP em pré-armazenamento; [5] aplicação de 1-MCP em pós-armazenamento; [6] aplicação de AVG e 1-MCP em pós-armazenamento. Os frutos foram avaliados quanto à qualidade na ocasião da colheita, visando à caracterização do lote e, após quatro meses de armazenamento a -0,5 ºC e mais seis dias a 20 ºC, quanto à firmeza da polpa, pH, coloração da casca, índices de amaciamento e de escurecimento, teores de sólidos solúveis e de acidez titulável, respiração, produção de etileno, além da atividade da enzima ACC oxidase. Os resultados indicaram que a aplicação de 1-MCP em pré ou em pós-armazenamento foi eficiente em conter o amaciamento da polpa de caquis 'Fuyu' previamente armazenados em atmosfera controlada a -0,5 ºC e mantidos a 20 ºC por seis dias. Todavia, o uso deste fitorregulador em pré-armazenamento ocasionou maior escurecimento da epiderme. O uso de AVG em pré-colheita não retardou a maturação de caquis 'Fuyu' armazenados na mesma condição.

  12. Influência da adubação silicatada no teor de clorofila em folhas de roseira Influence of silicate fertilization on chlorophylls of rose leaves

    OpenAIRE

    Marco Locarno; Carolina Graçon Fochi; Patrícia Duarte de Oliveira Paiva

    2011-01-01

    A realização de estudo da adubação silicatada em roseiras é justificada com o intuito de reduzir o número de aplicações de defensivos agrícolas, podendo aumentar a produtividade e a qualidade dos botões florais na colheita e pós-colheita. A absorção de silício difere entre as espécies vegetais. Há evidências de que o envolvimento dos silicatos na indução de resistência pode ocorrer pela participação do próprio silício, fortificando estruturas da parede celular, conferindo aumento da lignifica...

  13. Bioatividade de indutores de resistência no manejo da antracnose da goiabeira (Psidium guajava L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rommel dos Santos Siqueira Gomes

    2016-06-01

    Full Text Available RESUMO A cultura da goiaba apresenta perdas em torno de 40 a 60% na pós-colheita relacionadas a problemas fitossanitários, como a antracnose causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides. Pesquisas com métodos alternativos utilizando indutores de resistência têm sido bastante promissoras na busca de produtos com alto potencial no controle de patógenos em pós-colheita. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar os indutores de resistência no controle da antracnose e seus efeitos na qualidade físico-química em frutos de goiabeira ‘Paluma’. Os tratamentos utilizados foram: Agro-mós®, Ecolife®, Fosfitonova K®, Cuprogarb 500®, Rocksil® e testemunha (água destilada esterilizada. Realizou-se o teste in vitro, com discos de colônia de C. gloeosporioides (0,45 cm de diâmetro com sete dias de cultivo e, postos em meio de cultura BDA acrescidos com os indutores. Foi determinada a porcentagem de inibição do crescimento micelial de C. gloeosporioides. O ensaio in vivo foi realizado com frutos de goiabeira variedade Paluma, desinfestados e tratados com indutores. Em seguida, discos de colônia do C. gloeosporioides foram inoculados e do primeiro ao oitavo dia após a inoculação, foram feitas avaliações do diâmetro das lesões nos frutos. As análises pós-colheita foram realizadas, avaliando a perda de massa fresca, sólidos solúveis totais (SST, acidez titulável (AT, razão SST/AT e potencial hidrogeniônico (pH. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema de parcela subdivididas 6x8 (tratamentos x período de avaliação e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Os indutores Agro-mos®, Ecolife®, Fosfitonova K®, Cuprogarb 500® e Rocksil® inibiram o crescimento micelial do C. gloeosporioides in vitro, reduziram o diâmetro das lesões e mantiveram a qualidade pós-colheita em frutos de goiabeira ‘Paluma’.

  14. QUALIDADE DE GOIABAS ‘PEDRO SATO’ EM FUNÇÃO DE TRATAMENTOS ALTERNATIVOS EM PÓS-COLHEITA

    OpenAIRE

    PALHARINI,MARIA CECÍLIA DE ARRUDA; FISCHER,IVAN HERMAN; ALVES,AGHATA REGINA DE OLIVEIRA FERREIRA; FILETI,MIRIAN DE SOUZA; NOGUEIRA JÚNIOR,ANTÔNIO FERNANDES

    2016-01-01

    RESUMO Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de produtos alternativos e termoterapia, isoladamente e em associação, na qualidade físico-química e no controle das podridões de goiabas ‘Pedro Sato’. Inicialmente, foi avaliado o efeito dos tratamentos em pós-colheita com cloreto de cálcio, fosfito de potássio, 1-metilciclopropeno (1-MCP), fécula de mandioca, etanol seguido de cloro (etanol+cloro) e termoterapia, durante oito dias de armazenamento dos frutos a 22ºC. Em um...

  15. Comportamento vegetativo e produtivo da videira e composição da uva em São Joaquim, Santa Catarina

    OpenAIRE

    Borghezan,Marcelo; Gavioli,Olavo; Pit,Fábio Antônio; Silva,Aparecido Lima da

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento vegetativo e produtivo das variedades de videira Cabernet Sauvignon, Merlot e Sauvignon Blanc, e a composição da uva em São Joaquim, Santa Catarina. Foram avaliadas plantas de um vinhedo comercial, cultivado em espaldeira, a 1.293 m de altitude, durante os ciclos fenológicos 2005/2006 e 2006/2007. As variáveis meteorológicas, a fenologia, o desenvolvimento do dossel e a composição da uva na colheita foram comparados entre os ciclos. As tem...

  16. Óleos essenciais no controle pós-colheita de Colletotrichum gloeosporioides em mamão Essential oils on postharvest control of Colletotrichum gloeosporioides in papaya fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.R. Carnelossi

    2009-01-01

    Full Text Available Os subprodutos de plantas medicinais têm sido estudados como uma alternativa para o controle de doenças de plantas visando amenizar e/ou reduzir o uso abusivo de agrotóxicos, principalmente em condições pós-colheita. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar, in vitro e in vivo, o controle de Colletotrichum gloeosporioides, agente causal da antracnose do mamão em pós-colheita, por óleos essenciais (OEs de Cymbopogon citratus, Eucalyptus citriodora, Mentha arvensis e Artemisia dracunculus. Para inibição do crescimento micelial in vitro, os OEs foram incorporados ao BDA (Batata-dextrose-ágar tendo-se observado a inibição total ou parcial do crescimento micelial e da esporulação deste fitopatógeno, dependendo do óleo essencial utilizado. No ensaio in vivo utilizaram-se os OEs de C. citratus (1% e E. citriodora (1%. A inoculação com o fitopatógeno foi concomitante e 24 h após os tratamentos alternativos, que foram: óleos essenciais de C. citratus e de E. citriodora (1% e biomassa cítrica (150 mL 100 L-1 (Ecolife®. Os parâmetros avaliados foram severidade da doença, redução da massa, diâmetro, comprimento final dos frutos, pH e a concentração de sólidos solúveis totais (ºBrix. Pode-se observar que, no controle da doença, os frutos tratados e imediatamente inoculados com o fitopatógenos apresentaram maior AACPD (Área Abaixo da Curva do Progresso da Doença. Porém, frutos tratados e inoculados 24 h após os tratamentos apresentaram maior controle da doença, confirmando o potencial dos óleos essenciais testados no presente trabalho.The products from medicinal plants have been studied as an alternative in the control of plant diseases in order to mitigate and / or reduce pesticide abuse mainly in postharvest. Thus, the present study aimed to evaluate, in vitro and in vivo, the control of Colletotrichum gloeosporioides, the causative agent of papaya anthracnose, in postharvest using essential oils (EOs of

  17. Uso do resíduo da produção de farinha de mandioca (Crueira) na produção de álcool fino

    OpenAIRE

    Neves, Vitor José Miranda das [UNESP

    2004-01-01

    Os sub-produtos da industrialização da mandioca são partes constituintes da própria planta, gerados em função do processo tecnológico adotado no seu beneficiamento. Tanto a qualidade como a quantidade dos sub-produtos pode variar em função de fatores diversos, como cultivar, idade da planta, tempo após a colheita, tipo e regulagem do equipamento industrial, etc. Considerando-se os principais tipos de processamento de raízes de mandioca no Brasil, como a fabricação de farinha de mandioca e a e...

  18. Influência do 1-MCP na conservação pós-colheita de rosas cv. Vega Influence of 1-MCP on postharvest conservation of roses cv. Vega

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia De Pietro

    2010-10-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, estudar aspectos da fisiologia pós-colheita de rosas cortadas cv. Vega, tratadas com diferentes concentrações de 1-metilcicloropropeno (1-MCP. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial composto por dois fatores: quatro tratamentos pós-colheita e quatro datas de avaliação (0; 4; 8; 12 dias. As flores foram submetidas aos seguintes tratamentos: 1 Água destilada (controle; 2 1-MCP (100 ppb; 3 1-MCP (250 ppb; 4 1-MCP (500 ppb. Foram realizadas as seguintes avaliações: massa fresca, cor, turgescência, curvatura, taxa respiratória, conteúdo relativo de água, conteúdo de carboidratos solúveis, de redutores e de antocianina. Ao contrário do tratamento controle, todas as concentrações de 1-MCP foram eficientes para retardar a senescência das flores, porém, a concentração de 1-MCP a 500 ppb destacou-se pela melhor manutenção da qualidade, além de prolongar a vida decorativa das hastes até 19 dias.The objective of this work was to study aspects of postharvest physiology of cut roses cv. Vega, treated with different concentrations of 1-metilcloropropene (1-MCP. The experiment was conducted in a complete randomized design composed of two factors: four postharvest treatments and four dates of evaluation (0; 4; 8; 12 days. The following treatments were used: 1 distilled water; 2 1-metilciclopropeno (1-MCP 100 ppb; 3 1-MCP 250 ppb; 4 1-MCP 500 ppb. The following evaluations were made: fresh weight, color, turgor, curvature, respiration rate, relative water content, content of soluble carbohydrates, reducing and anthocyanin. Unlike treatment with distilled water, all concentrations of 1-MCP were effective in delaying the senescence of flowers; however, the concentration of 1-MCP at 500 ppb was highlighted by better maintenance of quality and extended decorate life stem up to 19 days.

  19. Comportamento pós-colheita de mamões Formosa 'Tainung 01' acondicionados em diferentes embalagens para o transporte Post harvest behavior of Papaya Formosa 'Tainung 01' conditioned in different packings for transportation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Magalhães dos Santos

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a comportamento pós-colheita de mamões do grupo Formosa híbrido 'Tainung 01', submetidos a diferentes formas de acondicionamento para o transporte rodoviário, desde o local da produção até o mercado atacadista. Foram utilizados mamões colhidos nos estádios 1 (até 10% da área superficial da casca com cor amarela e 3 (25 a 40% da área superficial da casca com cor amarela, acondicionados sob diferentes formas: a granel, em caixas de madeira, em caixas de papelão ondulado e em caixas plásticas forradas com plástico-bolha (controle, e transportados a Viçosa-MG, distante 750 km da produção, onde os frutos foram avaliados. Após seleção e novo acondicionamento, os frutos foram armazenamento a 24,5 ± 2ºC por 8 dias, com amostragens a cada 2 dias, para avaliação de índice de cor da casca, perda de massa fresca, taxa respiratória, firmeza da polpa e o índice de injúrias mecânicas. Os resultados evidenciaram os efeitos depreciativos das injúrias mecânicas na qualidade final do mamão, sendo que o transporte de frutos a granel, em relação ao controle, promoveu alterações na qualidade pós-colheita dos frutos, com aumento do índice de cor da casca, redução na firmeza da polpa, elevada perda de massa fresca e taxa respiratória, e maiores percentagens de área da casca injuriada, nos dois estádios de coloração estudados (1,14 e 1,21%, respectivamente. As caixas de papelão ondulado e caixas plásticas forradas com plástico-bolha mantiveram baixa a percentagem de área injuriada em relação aos transportados a granel, constituindo-se em alternativas promissoras na manutenção da qualidade pós-colheita de mamão Formosa destinado ao mercado interno.The aim of this study was to evaluate the post harvest behavior of papaya from the hybrid group Formosa 'TAINUNG 01' stored in different packages for road transportation, from the farm to the wholesale market. It was used papaya picked

  20. Conservação pós-colheita de banana cv. nanicão climatizada e comercializada em Cuiabá - MT e região

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Campos Raquel Pires

    2003-01-01

    Full Text Available A banana cv. Nanicão é a principal cultivar comercializada nos mercados brasileiro e mundial. A maior parte dessa cultivar comercializada no Estado de Mato Grosso vem de outros Estados, embora existam condições edafoclimáticas para ser auto-suficiente na produção dessa cultivar e inclusive atender a outros mercados. O objetivo deste trabalho foi verificar as condições da climatização da banana cv. Nanicão e sua influência na conservação pós-colheita de frutos produzidos no Estado de Mato Grosso (MT e procedentes do Estado de Santa Catarina (SC. Foram acompanhadas 12 caixas de banana cv. Nanicão, pesando em torno de 21 kg cada, colhidas em pomar comercial do município de Campo Verde-MT, e também 12 caixas oriundas de SC. Anteriormente à climatização e durante todo o período de vida útil dos frutos, foram monitoradas diariamente a temperatura e a umidade relativa do ambiente, a evolução da coloração dos frutos e a perda de peso destes, assim como o teor de sólidos solúveis totais e de acidez potenciométrica nos frutos verdes e maduros. Verificou-se o maior período de vida útil da banana de SC, 3 dias após a retirada da câmara de climatização, apresentando-se totalmente amarela e com valor máximo de 7,07% de perda de peso dos frutos. A banana cv. Nanicão produzida no MT atingiu valores de perda de peso 5,69% no 2º dia, quando após esse período, não estaria mais própria para a comercialização, atingindo coloração amarelo-pálida. Altos índices de perdas foram detectados no período pós-colheita da banana-'Nanicão', representados principalmente por danos mecânicos na procedente de SC e por danos fisiológicos (despencamento na banana de MT. O despencamento pode estar relacionado com a falta de circulação eficiente do etileno, da exaustão e umidade relativa baixa, 65% em média, durante a climatização. Nos teores de açúcares e de acidez dos frutos, a banana do MT apresentou valores levemente

  1. Qualidade e produtividade de sementes de canola (Brassica napus após aplicação de dessecantes em pré-colheita Quality and yield of canola (Brassica napus seeds after pre-harvest desiccant application

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. Marchiori Jr.

    2002-08-01

    Full Text Available A cultura de canola é indicada nos esquemas de rotação de culturas, bem como para diversificação agrícola e cobertura vegetal do solo no período de inverno na Região Sul do Brasil. Contudo, a colheita mecanizada é uma das operações mais críticas do sistema de produção, uma vez que os frutos do tipo síliqua apresentam maturação desuniforme, gerando grandes perdas de produtividade devido à deiscência natural. O uso de dessecantes químicos permite uma colheita com as síliquas em maturação mais uniforme, porém é importante a manutenção da qualidade do produto obtido. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de herbicidas dessecantes na produtividade e na qualidade fisiológica e sanitária das sementes de canola cultivar Hyola 401. Os herbicidas utilizados foram o glufosinato de amônio (0,5 kg ha-1, carfentrazone-ethyl (0,03 kg ha-1, paraquat (0,4 kg ha-1 e diquat (0,3 kg ha-1, mais a testemunha sem aplicação. A qualidade das sementes foi avaliada por meio dos testes de germinação, de envelhecimento acelerado, de condutividade elétrica, de emergência em areia, de velocidade de emergência e de sanidade. A aplicação dos produtos dessecantes permitiu uma antecipação de sete dias na colheita das sementes de canola. A produtividade de sementes não foi afetada pela dessecação. A aplicação do glufosinato de amônio e carfentrazone-ethyl reduziu (PCanola crop is indicated to integrate crop rotation systems, as well as for agricultural diversification and vegetal ground cover during winter in southern Brazil. However, mechanical harvest is critical to crop production, since pods present a non-uniform ripening, leading to great yield losses, due to natural dehiscence. Desiccants are usually applied to provide a more uniform harvest, maintaining the quality of the product. This work aimed to evaluate the effect of desiccant application on productivity and physiological/sanitary quality of

  2. VALIDACIÓN DE TRES SUPLEMENTOS ALIMENTICIOS ELABORADOS A PARTIR DE SUBPRODUCTOS AGROINDUSTRIALES DE POSCOSECHA EN FUNCIÓN DEL INCREMENTO EN SÓLIDOS TOTALES DE LA LECHE VALIDAÇÃO DE TRÊS SUPLEMENTOS ALIMENTARES FEITOS A PARTIR DA PÓS-COLHEITA DE SUBPRODUTOS AGROINDUSTIAIS EM FUNÇÃO DO AUMENTO DE SÓLIDOS TOTAIS DO LEITE VALIDATION OF THREE FOOD SUPPLEMENTS MADE FROM POST-HARVEST AGRO-INDUSTRIAL IN TERMS OF INCREASED MILK TOTAL SOLID

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PAULA ANDREA HENAO C

    2011-12-01

    Full Text Available Se realizó un proyecto de acompañamiento a una planta de procesamiento, que aprovecha los subproductos de poscosecha, en la producción de un suplemento alimenticio para ganado bovino. El proceso comprendió la evaluación de tres suplementos en su composición bromatológica para conocer su contenido y su análisis microbiológico para determinar su inocuidad. Finalmente se realizó la validación de estos tres suplementos alimenticios conducente a determinar si su ingesta incrementaba el porcentaje de sólidos totales de la leche del lote de animales que lo consumieron. Los suplementos alimenticios que se desarrollaron a partir de subproductos poscosecha, generados durante la transformación de pulpas y néctares, no presentaron microorganismos patógenos, ni cuantificación de aflatoxinas, además de tener contenidos de fibra, proteína y grasa representativas para la complementación de la alimentación animal. Posteriormente, se validaron en hatos lecheros los suplementos, con el objetivo de determinar aquel que expresara un mejor rendimiento en sólidos totales. Dichos suplementos se pusieron a prueba, mediante contrastación estadística, en procura de determinar si su uso incrementa los sólidos totales de la leche, en comparación con una alimentación tradicional. Los resultados arrojaron que en particular el uso del suplemento B genera incrementos significativos en los sólidos totales de la lecheRealizamos um projeto de acompanhamento de uma planta de processamento que tira proveito dos produtos pós-colheita na produção de um suplemento alimentar para o gado. 0 processo envolveu a avaliação de três suplementos em sua composição química para substâncias e análises microbiológicas para determinar a sua segurança. Finalmente, a validação destes três principáis suplementos dietéticos para determinar se o seu consumo aumentou a porcentagem de sólidos totais do leite do lote de animais que consumiram. Os suplementos

  3. Caracterização pós-colheita de frutos de bananeira 'BRS Platina' de primeiro ciclo, sob regulação do déficit de irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Castricini

    2012-12-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo a caracterização pós-colheita de bananas cv BRS Platina (PA42-44, que é um híbrido tetraploide (AAAB desenvolvido pela Embrapa. As mesmas foram produzidas no norte de Minas Gerais, com redução das lâminas (L de água utilizadas na irrigação,a partir dos cinco meses após o plantio. Foram sete os tratamentos avaliados, com combinações de redução da lâmina (55%, 70% e 85% nas fases II e III de desenvolvimento da planta (5 a 7 meses, e 7 a 12 meses após o plantio, caracterizados quanto a: teor de sólidos solúveis totais (sst, despencamento, firmeza da polpa, comprimento e diâmetro do fruto, relação polpa/casca e coloração da casca, definida pelos parâmetros L*, C* e ºh, avaliados quando os frutos estavam totalmente amarelos. O teor de sólidos solúveis totais foi maior nos frutos do tratamento T3, onde houve redução da lâmina de irrigação na fase II (floração para 70% da ETc. A maior relação polpa/casca foi obtida quando a ETc foi reduzida em 25% na fase III, resistência ao despencamento. Os frutos mais firmes foram produzidos quando a ETc na fase II foi reduzida em 45%; já o menor despencamento foi obtido quando esta redução foi de 45% e 30% na fase II, e de 30% na fase III. Os maiores (comprimento e diâmetro e mais pesados frutos foram produzidos na ausência de déficit hídrico durante todo o ciclo da cultura.

  4. Uso de cera na conservação pós-colheita do caqui cv. Giombo Use of wax in 'Giombo' persimmon cold stored

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julius Blum

    2008-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da cera de carnaúba na conservação pós-colheita do caqui cv. Giombo. Os tratamentos consistiram do tratamento- controle e rápida imersão nas soluções contendo 12,5; 25 e 50 % do produto comercial Meghwax ECF 100®, que é uma emulsão de cera de carnaúba não-iônica a 30 %. Após a secagem, os frutos foram armazenados a 4ºC ± 1ºC e 80 % de umidade relativa. As avaliações foram realizadas em intervalos de 15 dias de conservação em câmara fria, seguidos de 4 dias à temperatura de 20 ± 1ºC, simulando o período de comercialização. As variáveis analisadas foram: firmeza de polpa; sólidos solúveis; acidez titulável; pH; teor de ácido ascórbico, fenóis e perda de massa fresca. O uso de cera de carnaúba, independentemente da concentração utilizada, diminuiu a perda de massa dos frutos em até 7,8 % em armazenagem por 60 dias em câmara fria, seguido de quatro dias em temperatura ambiente. A imersão dos frutos em solução com 12,5% de cera foi eficiente na manutenção do teor de ácido ascórbico e da firmeza, prolongando o tempo de armazenamento por 6 dias. Com o decorrer do armazenamento, houve decréscimo da acidez e aumento do pH.This research had the objective of evaluating the efficiency of the "carnaúba" wax in post-harvest of persimmon fruits (Diospyros kaki, cv. Giombo. The treatments were the rapid immersion of fruits into solutions containing 12.5, 25 and 50 % of the commercial product Meghwax ECF 100®, being a 30 % non ionic emulsion of carnaúba wax. After drying, fruits were stored at 4 ºC and 80 % RH. Chemical and physical characteristics of the fruits were measured throughout sixty days, at fifteen day intervals, followed by a 4-day period at 20 ºC simulating commercialization periods. The pulp firmness, pH, soluble solids, titratable acidity, water loss, tannins and ascorbic acid contents were evaluated. The use of carnaúba wax, regardless of

  5. Postharvest quality of ozonized "nanicão" cv. bananas Qualidade pós-colheita de banana cv. "nanicão" ozonizada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ernandes Rodrigues de Alencar

    2013-03-01

    Full Text Available This study was done to analyze the physic-chemical, microbiological and sensory qualities of the banana, after being either dry or wet treatment with ozone. For dry processing, the fruits were directly fumigated with ozone for 30 min. The wet treatment included the ozonization of water for 20 min followed by immersion of the fruit in the ozonized water for 10 min. In both treatments, the utilized gas concentration and flow were 0.36 mg L-1 and 1.5 L min-1, respectively. The quality of the fruits was evaluated at the beginning of storage and after 3; 6; 9 and 12 days. The variables analyzed were: fresh mater loss, total titratable acidity, total soluble solids, pH, pulp/peel ratio, color index of the peel, rot severity, microbiological analysis (total fungi and yeast count and sensorial analysis. In general, the fruits immersed in the ozonized water presented better quality, in reference to both the physico-chemical and microbiological parameters, as well as have good sensory acceptance among those tested. It could therefore be concluded that treatment with ozonized water is a new alternative for the postharvest handling of bananas.Esse trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade físico-química, microbiológica e sensorial da banana ozonizada por via seca e por via úmida. Para o tratamento por via seca, os frutos foram fumigados diretamente com ozônio por 30 minutos. Para o tratamento da banana por via úmida, efetuou-se a ozonização da água por 20 min, e em seguida imersão dos frutos na água ozonizada por 10 min. Em ambos os tratamentos a concentração do gás e a vazão utilizadas foram 0,36 mg L-1 e 1,5 L min-1, respectivamente. A qualidade dos frutos foi avaliada no início do armazenamento e aos 3; 6; 9 e 12 dias. Analisaram-se as variáveis: perda de massa fresca (PMF, acidez total titulável, sólidos solúveis totais, pH, relação polpa/casca, índice de cor da casca, severidade de podridões, análise microbiol

  6. Influência da irrigação no ciclo do abacaxizeiro cv. Pérola em área de tabuleiro costeiro da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALMEIDA OTAVIO ALVARES DE

    2002-01-01

    Full Text Available Neste estudo, objetivou-se avaliar a influência da irrigação sobre o ciclo do abacaxizeiro-'Pérola'. O trabalho foi conduzido na Embrapa Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas (BA, num Latossolo Amarelo Distrófico A moderado textura franco argilo-arenosa fase transição floresta tropical subperenifólia/subcaducifólia, típico dos Tabuleiros Costeiros, situado a uma altitude de 220 m, com pluviosidade média anual de 1.170 mm e temperatura média de 24,5 ºC. Utilizou-se um delineamento experimental em blocos casualizados e as lâminas de água, aplicadas por aspersão, num esquema "line source", foram de 608; 568; 525; 468 e 334 mm/ano. Durante o período experimental (09/94 a 12/95, ocorreu uma precipitação efetiva de 671 mm/ano. Houve efeito positivo das lâminas crescentes de irrigação sobre a diferenciação floral natural e antecipação no período de colheita do fruto, o que resultou no encurtamento do ciclo da planta, sem que se observasse prejuízo ao peso médio do fruto, das parcelas submetidas às maiores lâminas d'água. Nestas, mais de 70% dos frutos foram colhidos com uma antecipação de 22 dias em relação ao final da colheita. As maiores lâminas de irrigação permitiram igualmente uma distribuição mais eqüitativa da colheita, no período em que ela ocorreu.

  7. Post-harvest longevity of Oncidium varicosum (Orchidaceae flowers/ Longevidade pós-colheita de flores de Oncidium varicosum (Orchidaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Tadeu Faria

    2006-06-01

    Full Text Available Oncidium varicosum from the Orchidaceae family has been widely used as pot flower, and, most recently, as cut flower. The objective of this work was to evaluate the longevity of the Oncidium varicosum, due to its low post-harvest resistance, after being conditioned in preservation solutions with different concentrations of sucrose. Oncidium varicosum stems grown in Holambra (SP were transported to Londrina (PR in climatized trucks at 5-7oC. Pre-treatment with pulsing (15% sucrose for 24 hours followed by conditioning in maintenance solution (1, 2, 3, and 4% of sucrose as well as conditioning in maintenance solution without pre-treatment were evaluated. Flower stems were distributed in an entirely casualized design, with ten treatments and five replications. Flowers were evaluated daily, using a score system developed to compare and verify the conservation of visual aspects. No treatment was superior to the control in maintaining the longevity of the flowers.A orquídea Oncidium varicosum é bastante utilizada como flor de vaso e atualmente vem se destacando como flor de corte. Devido sua baixa resistência pós-colheita, o objetivo deste trabalho foi avaliar a longevidade de Oncidium varicosum após o acondicionamento em soluções conservantes com diferentes concentrações de sacarose. As hastes de Oncidium varicosum, produzidas em Holambra (SP, foram transportadas para Londrina (PR em caminhão climatizado a 5-7°C. Foram avaliadas a utilização de prétratamento com “pulsing” (15% de sacarose por 24 horas seguido de acondicionamento em solução de manutenção (1, 2, 3 e 4% de sacarose e o acondicionamento em solução de manutenção sem prétratamento. As hastes florais foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com dez tratamentos e cinco repetições. As avaliações das flores foram diárias, sob critério de notas definido para comparar e verificar a conservação dos aspectos visuais. Nenhum dos tratamentos

  8. Controle da maturação de caquis 'Fuyu', com uso de aminoethoxivinilglicina e ácido giberélico Maturation control of kaki 'Fuyu' using aminoethoxivinilglicin adn gibberelic acid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VALDECIR CARLOS FERRI

    2002-08-01

    Full Text Available Avaliaram-se o efeito do controle da maturação e o comportamento pós-colheita de caquis 'Fuyu', tratados a campo com aminoethoxivinilglicina (AVG e ácido giberélico (AG3. Utilizou-se o delineamento completamente casualizado, com quatro repetições. As pulverizações foram realizadas com AVG a 50ppm e AG3 a 30ppm, 30 dias antes da data prevista para a colheita. Após a colheita, os frutos foram armazenados em ambiente com temperatura 23±3ºC e umidade relativa de 75±5% e, a cada quatro dias, foram realizadas avaliações da perda de peso, firmeza de polpa, produção de etileno e teor de clorofilas e de carotenóides. As aplicações de AG3 e de AVG permitiram retardar o momento da colheita dos frutos e auxiliaram no armazenamento dos mesmos, através da preservação da integridade física dos frutos.This paper aims to evaluating the effect of maturation control and the post-harvest behavior in relation to Kaki 'Fuyu' sprayed with aminoethoxivinilglicin (AVG and Gibberelic acid (AG3 in the field. As to spraying, AVG at 50 ppm and AG3 at 30 ppm were used 30 days before harvest with four repeated applications at random. The fruits were stored at average temperatures of 23±3ºC and relative humidity of 75±5%; weight loss, pulp firmness, ethylene production, chlorophyll and caretenoid substances were evaluated every four days. The AG3 and AVG applications permited to retard harvest and helped storing of the fruits, through the physical structure preservation of fruits.

  9. Revestimentos alternativos na conservação pós-colheita de maracujá-amarelo

    OpenAIRE

    Silva,Lya Januária Beiruth da; Souza,Maria Luzenira de; Araújo Neto,Sebastião Elviro de; Morais,Ana Paula

    2009-01-01

    Este trabalho objetivou avaliar diferentes substancias: cera de carnaúba, látex de seringueira, cloreto de cálcio e fécula de mandioca na conservação pós-colheita do maracujá-amarelo armazenado sob temperatura ambiente. Frutos colhidos, selecionados, lavados e sanitizados com água clorada a 150 mg L-1 foram submetidos aos seguintes tratamentos: 1 - controle, lavados e sanitizados; 2 - cera de carnaúba; 3 - látex de seringueira diluído 1:3 (v/v); 4 - cloreto de cálcio a 1%; 5 - fécula de mandi...

  10. Erosão hídrica em diferentes preparos do solo logo após as colheitas de milho e trigo, na presença e na ausência dos resíduos culturais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I. Bertol

    1997-09-01

    Full Text Available O preparo do solo, o qual influencia o manejo dos resíduos culturais e a rugosidade superficial, associado ao tipo de cultura utilizada, é um dos fatores que afetam a suscetibilidade do solo à erosão hídrica. Utilizando chuvas simuladas na intensidade constante de 64 mm h-1, com durações suficientes para que o escoamento superficial atingisse taxa constante de descarga, foram avaliados, em Eldorado do Sul (RS, de 1992 a 1994, em condições de campo, os seguintes tratamentos de preparo do solo: semeadura direta, na presença e na ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo; escarificação, na presença e na ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo + milho logo após a colheita do trigo; e aração + gradagem, na presença e ausência dos resíduos recém-colhidos de milho e trigo + milho logo após a colheita do trigo. Utilizou-se um solo podzólico vermelho-amarelo franco-arenoso e declividade média de 0,066 m m-1. As perdas de solo e água foram fortemente influenciadas pela rugosidade e cobertura superficiais. Na semeadura direta e aração + gradagem, a manutenção dos resíduos culturais na superfície reduziu as perdas de solo em relação à sua remoção manual quase completa. A semeadura direta com os resíduos culturais foi o tratamento mais eficaz na redução da erosão e a aração + gradagem, sem os resíduos, o menos eficaz. A escarificação com os resíduos culturais na superfície apresentou maior perda de solo do que a semeadura direta e aração + gradagem também com os resíduos na superfície. Em geral, as perdas de água por escoamento superficial seguiram o mesmo comportamento das perdas de solo.

  11. Armazenamento de pitangas sob atmosfera modificada e refrigeração: II - qualidade e conservação pós-colheita Storage of Suriname cherry under modified atmosphere and refrigeration: quality and postharvest conservation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Ferreira dos Santos

    2006-04-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de atmosfera modificada (AM na conservação pós-colheita de pitangas colhidas nos estádios de maturação e início da pigmentação (IP, vermelho-alaranjado (VA e vermelho predominante (VP e armazenadas a 10 e a 14 ºC (90 ± 1%UR e condições ambientes (23± 2 ºC e 85 ± 2%UR. O uso de AM associada à refrigeração resultou em menores perdas de massa, incidência de fungo e enrugamento. A AM também permitiu um aumento de quatro dias na vida útil pós-colheita, mantendo a qualidade acima do limite de aceitação durante oito dias, para pitangas do estádio VA mantidas sob refrigeração. Em conjunto, pitangas colhidas no estádio de maturação vermelho-alaranjado apresentaram melhor potencial de armazenamento, quando mantidas sob atmosfera modificada a 10 ºC.The aim of this work was to evaluate the effect of modified atmosphere (MA on postharvest conservation of Suriname cherry harvested in the maturity stages: pigment initiation (PI, red-orangish (RO and predominant red (PR, and stored at 10, 14 ºC (90 ± 1% RH, and room temperature (23± 2 ºC and 85 ± 2% RH. The use of MA associated with refrigeration resulted in lower mass loss, fungi incidence, and fruit shrinkage. The MA also allowed a four-day increase in postharvest life, maintaining the general quality above acceptance limit during eight days, for Suriname cherries of RO maturity stage, kept under refrigeration. Collectively, Suriname cherries harvested at the maturity stage red-orangish presented the best storage potential, when kept under modified atmosphere at 10 ºC.

  12. Interferência da redução no volume de aplicação sobre o controle da mancha preta (Guignardia citricarpa Kiely em frutos de laranja 'Valência'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Demétrius de Araújo

    2013-09-01

    Full Text Available O controle químico do agente causal da mancha-preta-dos-citros (MPC tem merecido destaque pelo excessivo número de pulverizações, elevando sobremaneira os custos de produção na citricultura. A busca por melhorias na eficiência das pulverizações e reduções na quantidade dos produtos fitossanitários já tem sido realizada, mas os resultados dessa prática ainda não são consistentes para que possa ser aplicado em escala comercial. Sendo assim, essa pesquisa objetivou avaliar a interferência da redução no volume de aplicação, sobre o controle químico da mancha preta em frutos cítricos. O experimento foi conduzido em pomar comercial com plantas de 16 anos de idade, da variedade Valência durante o ano agrícola 2007. Os tratamentos consistiram de três volumes de calda, 3,5; 4,5 e 8,5 L planta-1, aplicados por pulverizador de jato transportado Arbus 2000/Export, com ramal especial de bicos, utilizando-se fungicidas e períodos recomendados para o controle da doença em um total de quatro pulverizações e mais um tratamento testemunha (sem pulverização. As avaliações de incidência e severidade da doença ocorreram através de escala visual diagramática de notas em duas épocas (pré-colheita e colheita, em três alturas (baixo, médio e alto da planta e mais três setores horizontais (entrada, frontal e saída em dois lados da planta. Os frutos caídos foram contados quinzenalmente, em plantas previamente selecionadas, do início da maturação até a colheita com a quantificação da produção (kg planta-1. A incidência e severidade da doença foram menores quando as pulverizações foram realizadas com 8,5 L planta-1 na primeira época de avaliação (pré-colheita, porém na colheita, não houve diferenças entre os mesmos parâmetros, quando pulverizados 4,5 ou 8,5 L planta-1. Nenhum tratamento reduziu a doença no setor alto da planta, em comparação a testemunha. Os setores da planta com os frutos mais expostos aos

  13. Estoques de carbono e qualidade da matéria orgânica do solo em áreas cultivadas com cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Signor

    2014-10-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar é a principal cultura utilizada na produção de etanol biocombustível no Brasil e sua colheita pode ser feita com ou sem queima das folhas, aumentando ou diminuindo a emissão de gases do efeito estufa e a deposição de C no solo. Por meio deste trabalho, avaliou-se o efeito de sistemas de colheita de cana-de-açúcar (com e sem queima da palha, com um, três e seis anos após a última reforma do canavial sobre os teores e estoques de C no solo, a qualidade física da matéria orgânica e a imobilização de C na biomassa microbiana do solo. As áreas de colheita sem queima apresentaram maior teor de C na camada superficial e maiores estoques de C, independentemente do tempo após a última reforma. Diferenças na qualidade física da matéria orgânica ocorreram principalmente na fração com tamanho entre 53 e 75 µm, na qual a proporção de C foi maior nas áreas sem queima. Na camada de 0-10 cm, o sistema sem queima apresentou maior teor de C microbiano. A colheita sem queima da palha é eficiente em acumular C em formas que possuem alto tempo de residência no solo.

  14. Quantificação de açúcares solúveis totais, açúcares redutores e amido nos grãos verdes de cultivares de milho na colheita Quantification of total soluble sugars, reducing sugars and starch in immature kernels of corn cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Fátima Caniato

    2007-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi quantificar os teores de açúcares solúveis totais (AST, açúcares redutores (AR e amido em nove cultivares de milho colhidos no estádio verde, uma vez que estes influenciam diretamente o sabor, o aroma e a aceitação do consumidor. O experimento foi conduzido em Ponte Nova, MG, no ano agrícola 2002/2003. Para a determinação das características, foi retirada uma amostra de três espigas de cada unidade experimental. O ponto de colheita foi identificado por método empírico, quando o estilo-estigma se desprendia da espiga com facilidade. As cultivares apresentaram umidades diferentes no momento da colheita, variando de 56 a 64%. Não foi detectada diferença entre as cultivares quanto aos teores de AR, porém, P3232 e AG4051 apresentaram boa relação entre AR e AST, destacando-se para esta finalidade.Total soluble sugars (TSS, reducing sugars (RS, moisture and starch directly influence flavor and consumption. In this work, TSS, RS and starch were determined at harvest in young kernels of nine corn cultivars. The experiment was carried out in Ponte Nova, MG, Brazil. To determine chemical characters of young kernels a sample was obtained of three cobs from each experimental plot. Corn ears were harvested using an empirical method, when the silk was loose from the ear. Moisture varied among samples of different cultivars at harvest. Moisture content ranged from 56 to 64%. There were no differences among cultivars regarding RS. However, cultivars P3232 and AG4051 showed good RS to TSS ratio, being adequate for fresh consumption.

  15. Efeito do cloreto de cálcio na pós-colheita de goiaba Cortibel Calcium chloride application in the post-harvest of guavas Cortibel

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elias Terra Werner

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo desse trabalho foi prolongar o período de conservação e manter a qualidade de goiabas (Psidium guajava L. Cortibel, por meio da aplicação de diferentes concentrações de cloreto de cálcio. Os frutos foram separados em quatro lotes, o controle (sem cálcio e os tratamentos, que receberam a aplicação de CaCl2 a 1%, 2% e 3% (p/v por imersão durante 15 minutos para posterior análise de perda de massa fresca, pH, determinação de firmeza, sólidos solúveis totais, acidez total titulável, relação entre sólidos solúveis totais e acidez total titulável, quantidade de clorofilas a e b e carotenóides, teor de ácido ascórbico na casca e na polpa e atividade da pectinametilesterase. A concentração de 1% foi responsável pela menor perda de massa fresca, maior firmeza e menor atividade da pectinametilesterase, demonstrando que o cálcio é importante para conservação do fruto, uma vez que atua na regulação do seu amadurecimento. Essa concentração retardou a perda de coloração e manteve o maior teor de ácido ascórbico na casca sem, contudo, diferir estatisticamente das outras concentrações no teor de sólidos solúveis totais e pH. Além disso, verifica-se que maiores concentrações de cálcio não beneficiam as características pós-colheita de goiaba.The objective of this work was to extend the conservation period and maintain the quality of guavas (Psidium guajava L. Cortibel, through the application of different concentrations of calcium chloride. The fruits were divided into four lots, the control (without calcium and treatments, which received the application of CaCl2 to 1%, 2% and 3% (p/v by immersion for 15 minutes. The parameters evaluated were fresh weight loss, pH, determination of firmness, total soluble solids content, total titratable acidity, ratio total soluble solids and total titratable acidity, amount of chlorophyll a and b and carotenoid, ascorbic acid content in the rind and pulp and

  16. Storage of sorghum seeds harvested with different moisture levels / Armazenamento de sementes de sorgo submetidas a diferentes graus de umidade de colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adílio de Sá Júnior

    2009-12-01

    -se quatro tempos de armazenamento (início, 10, 22 e 28 meses. Estudou-se a umidade das sementes durante o armazenamento e as alterações na qualidade fisiológica das sementes, utilizando-se os testes de germinação e de frio. Concluiu-se que: a o grau de umidade das sementes de sorgo aumentou com o do tempo de armazenamento; b a qualidade fisiológica das sementes reduziu com o aumento da umidade programada para colheita e do tempo de armazenamento, porém, a porcentagem de germinação se manteve dentro dos padrões para comercialização até aos 28 meses.

  17. Controle de doenças foliares e de flores e qualidade pós-colheita do morangueiro tratado com Saccharomyces cerevisiae Control of leaf and flower diseases and postharvest quality of strawberry plants treated with Saccharomyces cerevisiae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfredo de Gouvea

    2009-12-01

    Full Text Available O efeito de diferentes preparações de Saccharomyces cerevisiae foi avaliado sobre o desenvolvimento das doenças do morangueiro, como mancha-de-micosferela (Mycosphaerella fragariae, mancha-de-dendrofoma (Dendrophoma obscurans e flor-preta (Colletotrichum acutatum além da qualidade pós-colheita dos frutos. O trabalho foi realizado entre 2004 e 2005 na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos. Os tratamentos consistiram de pulverizações semanais de cinco diferentes preparados a partir da levedura S. cerevisiae: suspensão com fermento biológico fresco comercial, suspensão de células de levedura, suspensão autoclavada de células, filtrado de cultura em meio líquido e Agro-MOS®, produto comercial formulado a partir da levedura, além da testemunha com água destilada e do tratamento controle com fungicidas. Nenhuma das preparações apresentou efeito contra a mancha-de-micosferela; preparações com a presença de células vivas e o produto Agro-MOS® apresentaram efeito contra mancha-de-dendrofoma; preparações com suspensão do produto comercial e filtrado de cultura líquida reduziram a incidência de flor-preta em flores e frutos. Preparações de S. cerevisiae com suspensão de células, suspensão autoclavada de células e filtrado de cultura líquida promoveram aumento na produtividade dos morangueiros que variou de 589,6 a 617,8 g planta-1. Preparações de S. cerevisiae, com presença de células vivas ou não, alteraram o metabolismo do morangueiro, aumentando a atividade das enzimas quitinase e glucanase, envolvidas na resistência sistêmica adquirida. Todos os tratamentos, com exceção do tratamento com suspensão autoclavada de células, reduziram a incidência de mofo-cinzento em pós-colheita de frutos.The effect of Saccharomyces cerevisiae was evaluated on the development of strawberry diseases and postharvest quality of fruits. The research was carried out in 2004 and 2005 in Paraná State

  18. Pós-colheita de mamão híbrido UENF/CALIMAN 01 cultivado no Rio Grande do Norte Postharvest shelf life of papaya UENF/CALIMAN 01 produced in Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Lígia Dantas de Morais

    2007-01-01

    Full Text Available No Brasil, foi desenvolvido um novo híbrido de mamão obtido através de melhoramento do cruzamento entre um progenitor do Grupo Formosa e um progenitor do Grupo Solo. Recentemente, os produtores de mamões do Rio Grande do Norte introduziram o cultivo desse híbrido em seus pomares: no entanto, os estudos acerca do potencial de conservação desses frutos restringem-se aos testes realizados nas próprias empresas. O presente trabalho propôs-se a avaliar a vida útil pós-colheita do mamão híbrido UENF/Caliman 01 cultivado no Estado do Rio Grande do Norte. Os frutos foram provenientes de um plantio comercial, localizado no município de Ceará-Mirim-RN. Os mamões foram colhidos no estádio de maturação I (menos de 15% da superfície da casca amarela. No galpão de embalagem, os frutos passaram por lavagem, seleção, tratamentos hidrotérmico, imersão em fungicida e cera. No laboratório da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Mossoró-RN, os frutos foram armazenados à temperatura de 25º C ± 2º C e umidade relativa de 55% ± 5%. Aos 0; 2; 4; 6; 8 e 10 dias de armazenamento, realizaram-se avaliações sobre as seguintes variáveis: aparência externa e interna, coloração da casca, perda de massa, firmeza, sólidos solúveis, acidez titulável, pH e açúcares. Esse híbrido apresenta características fenotípicas do Grupo Formosa, com frutos alongados, massa média de 1,28 kg, polpa com espessura de 2,74 cm, coloração vermelha e conteúdo elevado de sólidos solúveis (13,65% e açúcares (10,53%. As variáveis de qualidade analisadas limitaram a vida útil pós-colheita do híbrido UENF/Caliman 01 em oito dias.A new papaya hybrid was developed in Brazil obtained by breeding with the crossing of progenitors from Solo x Formosa groups. Recently, in the state of Rio Grande do Norte, Brazil, this hybrid was introduced by the farmers in their orchards. However, the studies concerning to the conservation potential of these fruits

  19. Conservação e fisiologia pós-colheita de folhas de Capuchinha (Tropaeolum majus L. Conservation and postharvest physiology of leaves Capuchin (Tropaeolum majus L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.S. Ribeiro

    2011-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a vida útil pós-colheita de folhas de Capuchinha (Tropaeolum majus L. embaladas com filme PVC de baixa densidade e proteínas nas concentrações de 1, 3 e 5%. O experimento foi conduzido no Laboratório de Química e Bioquímica do Centro de Ciências Agrárias (CCA da Universidade Federal da Paraíba (UFPB Areia - PB. As folhas de Capuchinha colhidas no CCA foram levadas imediatamente ao Laboratório de Química e Bioquímica, para pré-seleção, desinfestação em água clorada contendo 100mg.L-1 de cloro ativo, e seca à temperatura ambiente. Após o controle fitossanitário, as folhas foram submetidas aos seguintes tratamentos: solução de proteína nas concentrações de 1, 3 e 5%, filme PVC de baixa densidade e a testemunha sem recobrimento. As folhas foram armazenadas durante cinco dias em temperatura média de 26 - 29ºC e umidade relativa média de 59,5 - 71,5% e outra parte foi armazenada em câmara fria com temperatura média de 12 ± 0,5 ºC e umidade relativa média de 95 ± 3%. Durante o período de armazenamento as folhas foram avaliadas quanto à perda de massa fresca, determinação de ácido ascórbico, sólidos solúveis e acidez titulável. O armazenamento durante quatro dias sob refrigeração a temperatura média de 12 ± 0,5ºC associada ao recobrimento com filme PVC mostrou melhores resultados na conservação da vida útil pós-colheita das folhas de Capuchinha.This study aimed to evaluate the shelf-life of Capuchin sheets (Tropaeolum majus L. packed with plastic wrap and low density proteins at concentrations of 1, 3 and 5%. The experiment was conducted at the Laboratório de Química e Bioquímica and the Centro de Ciências Agrárias (CCA of the Universidade Federal da Paraíba (UFPB Areia - PB. Capuchin leaves harvested in the CCA were taken immediately to the Laboratório de Química e Bioquímica, for pre-screening, disinfection in chlorinated water containing 100mg.L-1

  20. Efeito da urina de vaca no estado nutricional da alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Licínio C. de Oliveira

    2010-08-01

    Full Text Available Existem diversos relatos da utilização da urina de vaca em hortaliças, todavia sua eficácia carece de comprovação. Objetivou-se avaliar o efeito da urina de vaca no estado nutricional da alface. O experimento foi constituído de 12 tratamentos, esquema de parcelas subdivididas, em blocos ao acaso, com quatro repetições. Nas parcelas foram alocadas as vias de aplicação (solo ou foliar e nas subparcelas as concentrações das soluções (0,00; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 1,25% v/v. Aplicou-se 60 mL de solução/planta, divididos em cinco aplicações de 5; 5; 10; 20 e 20 mL/planta, aos 7, 14, 21, 28 e 35 após o transplante, respectivamente. Durante o ciclo avaliou-se o índice SPAD e na colheita a massa da matéria seca de cabeça (MSCA e os teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Na, Zn, Fe, Mn, Cu e B na matéria seca das folhas (MSF, caule (MSC e raízes (MSR. Em ambas as vias de aplicação o índice SPAD apresentou incremento linear às concentrações e resposta quadrática ao longo do tempo. A MSCA teve comportamento linear às concentrações, com aumento de 25,9 e 35,4% nas aplicações via foliar e solo, respectivamente. Não houve efeito de concentrações sobre teores de nutrientes na MSF e MSC. Na MSR, via solo, os teores de P e K apresentaram pontos de máximo enquanto Fe e Mn de mínimo; o Na apresentou incremento linear às concentrações via foliar. Os efeitos da urina sobre o crescimento da alface provavelmente são devidos a fatores outros que não somente a quantidade de nutrientes veiculados nas soluções.

  1. Tipos de colheita e épocas de aplicação de glifosato na erradicação de soqueiras de cana-de-açúcar Harvest types and times of gliphosate application in the eradication of sugarcane ratoons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo de Almeida Silva

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a sensibilidade de quatro genótipos de cana-de-açúcar, ao glifosato aplicado para a erradicação de soqueiras de duas idades, em dois sistemas de colheita, em um Latossolo Vermelho eutroférrico. O produto foi aplicado na dose de 2.400 g ha-1 de i.a., aos 40 e 55 dias de idade da touceira, depois do terceiro corte. Para quantificar a ação do glifosato, foram contados os perfilhos vivos e mortos aos 30, 45 e 60 dias depois da aplicação do produto. Em relação à porcentagem de morte dos perfilhos, ocorrem diferenças entre os genótipos quanto à suscetibilidade ao glifosato. A dose aplicada não foi suficiente para erradicar 100% dos perfilhos, mas para os genótipos IAC87-3184, RB835486 e SP87-344 o controle foi superior a 80%, tendo sido considerados sensíveis/intermediários, enquanto o IAC91-5155 foi considerado tolerante. O sistema de colheita da cana-de-açúcar não interferiu na eficiência do glifosato na eliminação da soqueira, entretanto, a aplicação feita aos 40 dias da touceira apresentou a maior porcentagem de perfilhos mortos.The objective of this work was to evaluate sensibility of four sugarcane genotypes to gliphosate application for the eradication of ratoons of two ages, and in two crop systems, in a Rhodic Eutrudox. The product was applied in the dose (a.i. of 2,400 g ha-1 to the 40 and 55 day-old shoots of the third cut harvest. In order to quantify the action of the glyphosate, alive and dead tillerings were counted in the 30th, 45th and 60th day after its application. In relation to the percentage of tillerings death, there were differences among the genotypes as for the susceptibility to the glyphosate. The applied dose was not enough to eradicate 100% of the tillerings, but for the genotypes IAC87-3184, RB835486 and SP87-344 the control was superior to 80%, being considered sensitive/intermediate, while the IAC91-5155 was considered tolerant. Crop system did not

  2. The effect of pre-harvest desiccation on the yield and physiological quality of landrace bean seedsAção de dessecante na pré-colheita sobre a produtividade e a qualidade fisiológica de sementes crioulas de feijoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cileide Maria Medeiros Coelho

    2012-12-01

    Full Text Available An early harvest reduces the time that the seeds stay in the field under the effect of biotic and abiotic factors, which are responsible for their deterioration. So, the objective of this work was to determine the effect of pre-harvest desiccant application on the yield and physiological quality of common bean seeds. The experimental layout was completely random, the desiccant used was paraquat (400 g ha-1 a.i., on a combination of three genotypes: ‘BAF55’, ‘BAF84’ and ‘BAF112’ (commercial black cv. IPR88- Uirapurú with three plant desiccation periods (26, 30, 34 days after flowering (DAF, and a control (plants not des iccated. Post-harvest, productivity was estimated and, soon after, germination tests were carried out with and without accelerated ageing; main root radical length and hypocotyls length were measured as well as electrical conductivity. The desiccation maintenance the cell membrane integrity in the ‘BAF112’ and ‘BAF55’ genotypes when the paraquat was sprayed at 26 DAF. The results showed that the two landrace beans genotypes outperformed the commercial one in terms of seed yield and that the seeds produced were of higher physiological quality in terms of membrane integrity. The landraces ‘BAF55’ and ‘BAF84’ showed yield higher than commercial (‘BAF112’. The early of the harvest through desiccant sprayed on plants 26 DAF did not adversely affect the yield or physiological quality of harvest bean seeds. A antecipação da colheita pode diminuir o tempo em que as sementes permanecem no campo sob o risco de fatores bióticos e abióticos que podem promover sua deterioração. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a antecipação da colheita e a qualidade fisiológica de sementes de feijão crioulo após a aplicação do herbicida paraquat em diferentes épocas de pré-colheita. O experimento foi realizado sob delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x4, com

  3. CARACTERIZAÇÃO PÓS-COLHEITA DE SEIS CULTIVARES DE CARAMBOLA (Averrhoa carambola L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    TEIXEIRA GUSTAVO HENRIQUE DE ALMEIDA

    2001-01-01

    Full Text Available Avaliaram-se as qualidades física e química dos frutos de seis cultivares de carambola (Averrhoa carambola L., propagadas pela Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro, São Paulo, objetivando a obtenção de informações sobre a qualidade dos frutos produzidos nesta região. Foram utilizados frutos das cultivares Tean-ma, Fwang Tung, Arkin, Malásia, Golden Star e Nota-10. Os frutos foram analisados quanto à massa fresca, comprimento, largura, volume, porcentagem de suco, polpa e semente, número de sementes, coloração (L, Cromaticidade e ângulo Hue. Na polpa, determinou-se o pH, assim como o teor de umidade, sólidos solúveis totais (SST, acidez total titulável (ATT, vitamina C, açúcares solúveis totais e redutores, cinzas, proteína, pectina total e solúvel, e minerais (Ca, P, K, Mg, S, Cu, Fe, Mn e Zn. Os resultados foram avaliados estatisticamente através de um delineamento inteiramente casualizado e revelaram que os melhores frutos são os originários das cultivares Arkin, Tean-ma e Nota-10, pois são os maiores, os mais pesados e apresentam os maiores teores de sólidos solúveis totais (SST e açúcares solúveis (AST, assim como boa relação SST/ATT. Os frutos da 'Arkin' mostraram coloração mais amarela, enquanto os da 'Golden Star' foram considerados de coloração mais clara, ou com maior translucidez. A textura foi menor nos frutos da 'Arkin', e se relacionou com a maior solubilização de suas pectinas

  4. HIDRORESFRIAMENTO NA CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE CEBOLINHA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amadeu Travassos Pimentel

    2017-06-01

    oriundas de produtor local, colhidas nas primeiras horas da manhã e conduzidas imediatamente ao laboratório, onde foram submetidas à hidroresfriamento. O pré-resfriamento foi efetivo em manter a aparência geral das cebolinhas e os teores de clorofila. Também houve redução na perda de massa fresca e manutenção do balanço hídrico. Portanto, recomenda-se o hidroresfriamento de cebolinha seguido de armazenamento a temperatura de 12º C.

  5. Características pós-colheita de frutos de genótipos de bananeira (Musa spp. Post-harvest fruit characteristics of different banana (Musa spp. genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Conceição Cerqueira

    2002-12-01

    Full Text Available O conhecimento das características pós-colheita de novos híbridos de bananeira é uma importante informação que auxilia o melhorista em sua tomada de decisão. Este trabalho teve como objetivo avaliar genótipos de bananeira com relação às características de pós-colheita e resistência ao desprendimento do fruto. Foram utilizados frutos da segunda penca de 16 híbridos (Calipso, Bucaneiro, Ambrosia, YB42-21, PV42-53, PV42-68, PV42-81, PV42-85, PV42-129, PV42-142, PV42-143, ST12-31, ST42-08, PV03-44, FHIA-03 e SH 3640 e quatro cultivares (Pacovan, Prata Comum, Nam e Figue Pomme Naine, que foram avaliadas quanto ao peso, comprimento, circunferência, relação polpa/casca, resistência ao desprendimento, firmeza, sólidos solúveis totais (SST, acidez total titulável (ATT, relação SST/ATT e tempo de amadurecimento. Empregou-se um delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições para todas as características, exceto para a firmeza do fruto em que se utilizaram dez repetições. A unidade experimental foi constituída de um único fruto. Os dados foram submetidos à analise de variância e as médias comparadas pelo Teste Scott & Knott, a 5% de probabilidade. A cultivar Nam apresentou a menor acidez titulável e a maior relação SST/ATT, enquanto a maior firmeza do fruto foi apresentada pelos híbridos PV42-81 e PV42-53. Os frutos mais pesados foram do híbrido SH 3640, e os mais compridos foram dos híbridos Bucaneiro e PV42-81. Os híbridos PV42-85 e ST42-08 apresentaram maior resistência ao desprendimento, não diferindo da 'Pacovan'. No entanto, superaram a 'Prata Comum', que obteve a menor resistência. Os genótipos 'Nam', PV42-143 e PV42-129 apresentaram maior tempo de maturação após a colheita quando comparados, principalmente, à 'Prata Comum'. A 'Nam' deve ser considerada como uma nova alternativa na produção de banana. O SH3640, híbrido da Prata Anã, pode ser recomendado como nova cultivar. Os h

  6. Avaliação de alguns fatores ergonômicos nos tratores "Feller-buncher" e "Skidder" utilizados na colheita de madeira Evaluation of some ergonomic factors in Feller-buncher and Skidder tractors used in wood harvesting

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julião Soares de Souza Lima

    2005-04-01

    Full Text Available Este trabalho foi realizado com tratores florestais utilizados em um sistema mecanizado de colheita de madeira em povoamento de eucalipto, tendo como objetivo avaliar quantiqualitativamente as dimensões de acesso, assento, comandos, campo visual, condições térmicas e vibração no posto dos operadores. O acesso ao posto do operador no trator "Feller-buncher" apresentou um grau de dificuldade, sendo classificado, na avaliação qualitativa, como médio e, no "Skidder", como bom. A abertura das portas de acesso apresenta ângulo menor que 90º, dificultando, assim, a entrada e saída do operador. O posto do operador do trator "Feller-buncher" foi classificado como médio na avaliação qualitativa, em virtude de o espaço livre da plataforma de apoio ser de 30% da área total e, no "Skidder", de 55% da área total, sendo classificado como bom. O campo visual frontal do "Feller-buncher", mesmo tendo uma área do pára-brisa maior, é limitado pela presença do cabeçote, tanto em operações diurnas quanto noturnas, sendo, portanto, inferior ao do "Skidder".This work was carried out in forest tractors used in a mechanized system for wood harvesting in a stand of eucalyptus, to evaluate quanti-qualitatively the dimensions of access, seat, commands, field view, thermal conditions and vibration in the operators' station. The access to the operator's station in the Feller-Buncher tractor presented a degree of difficulty classified in the qualitative evaluation as average and the Skidder as good. The opening of the access doors presents an angle smaller than 90º, thus rendering the entrance and exit of the operator more difficult. The operators station of the Feller-Buncher tractor was classified as medium in the qualitative evaluation, due to the free space of the support platform being 30% of the total area, and in the Skidder 55%, therefore being classified as good. The front field view in Feller-Buncher, even having a wider windscreen area, is

  7. Desempenho do harvester na colheita de eucalipto em diferentes espaçamentos e declividades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elton da Silva Leite

    2014-02-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram analisar e quantificar a influência das declividades (baixada - declividade média de 7,76° e encosta - declividade média de 17,17° e dos espaçamentos de plantio (3 m x 2,5 m, 3 m x 3,33 m e 3 m x 4,0 m sobre as capacidades produtivas do harvester em povoamentos de eucalipto de primeira rotação. As análises técnica e econômica estão fundamentadas no estudo de tempos e movimentos, nas produtividades e custos de produção do harvester. Os resultados mostraram que a atividade de traçamento consumiu 46% do ciclo operacional e o rendimento do harvester tendeu a ser maior quando se aumentava o espaçamento e inferior com o incremento da declividade. Em média, o espaçamento 3 m x 2,5 m e 3 m x 3,33 m gerou um custo maior da ordem de 11% e 2% a maior em detrimento do espaçamento 3 m x 4 m. Em relação à declividade, o detalhamento desse impacto negativo gerado pela encosta foi de 11% em relação à baixada.

  8. Vida útil pós-colheita do repolho roxo minimamente processado, armazenado em diferentes embalagens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariane Gioppo

    2012-08-01

    Full Text Available A demanda por alimentos minimamente processados deve-se necessidade de economia de tempo e de maior facilidade de preparo dos alimentos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento do repolho roxo 'Red Dynasty', minimamente processado, submetido a quatro tipos de embalagens e a armazenamento refrigerado. Após minimamente processados, 200g de repolho foram acondicionados em quatro tipos de embalagens: tereftalato de polietileno, com tampa; bandejas de poliestireno expandido, revestidas com filme flexível de policloreto de vinila de 12 µm; filme de polietileno de baixa densidade de 70 µm e polipropileno perfurado. A temperatura durante o período de armazenagem em câmara fria foi de 5 ± 2 °C. As avaliações foram feitas a cada quatro dias, totalizando doze dias de armazenamento. Os parâmetros avaliados foram: perda de matéria fresca, teor de sólidos solúveis, pH, acidez titulável, vitamina C e antocianina. A embalagem PP não é recomendada por causa da grande perda de matéria fresca do repolho. As embalagens PET e PEBD foram as melhores para o armazenamento de repolho minimamente processado; proporcionaram menor perda de massa por doze dias, porém, aos quatro dias já apresentavam aparência escurecida, por causa da oxidação.

  9. Seed germination and seedling vigour of italian ryegrass, cocksfoot and timothy following harvest and storage Germinação de sementes e o vigor de plantas jovens de azevem italiano, dactilis e timóteo após a colheita e o armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rade Stanisavljevic

    2011-12-01

    , sementes foram armazenadas em condições tradicionais e analisadas a cada 30 dias após a colheita, até 270 dias e, em seguida, a cada 60 dias até 990 dias. Nessa pesquisa, avaliou-se a germinação final e o vigor das plântulas. As sementes de timoteo obtiveram germinação máxima (88% e o melhor crescimento das plântulas após 90 dias de armazenamento, indicando que o melhor período para o plantio das sementes colhidas em junho é o inicio de outono (setembro-outubro. A germinação de sementes de timoteo reduziu nos 270 dias (73% seguintes. A melhor germinação, e crescimento da plântula do azevem italiano e do dactilis ocorreu entre 270 e 330 dias, indicando que a melhor época para plantio é na primavera (março-abril, do ano seguinte. As sementes de dactilis e azevem italiano mantiveram germinação satisfatória até 630 dias (81% e 810 dias (81%, respectivamente. Essa pesquisa pode servir para determinação de gerenciamento adequado de duração de armazenamento entre a colheita e o plantio das espécies testadas em condições de armazenamento no sudeste da Europa.

  10. Postharvest of ‘Fuerte’ and ‘Hass’ avocados: physical and chemical characteristics, damages and control of diseases/ Pós-colheita de abacates ‘Fuerte’ e ‘Hass’: características físicas e químicas, danos e controle de doenças

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília Arruda

    Full Text Available Postharvest disease is considered an important cause of avocado depreciation during its commercialization. This work aimed to evaluate the postharvest damages and the physical chemical characteristics of avocados ‘Fuerte’ and ‘Hass’, processed at the packinghouse, and to evaluate the effect of products for postharvest disease control. The characteristics skin color, firmness, titratable acidity and soluble solids content and the incidence of the postharvest damages were evaluated periodically in avocados sampled in three different stages in a packinghouse (arrival, pallet and processed fruits after storage for 30 days at 5ºC. For diseases control, ‘Hass’ avocado were treated by immersion with the following products: azoxystrobin, benzalkonium chloride, chlorine dioxide, Ecolife®, sodium hypochlorite, imazalil, prochloraz and thiabendazole. In general, the highest physical chemical changes were observed in fruits collected at their arrival to the packinghouse and in processed fruits after stored for 30 days at 15 days of storage at 25°C. The rots incidence was 56,7% in ‘Fuerte’ and 75,7% in ‘Hass’. Lower incidence of rots was observed in fruits sampled at the pallet and a higher incidence in the processed fruits, after refrigerated storage. Anthracnose was the most important disease in both cultivars. The mechanical injuries increased with the processing stages; however, they did not influence the incidence of the rots. Procloraz and imazalil were the most efficient fungicides in reducing the incidence of rots. Doença pós-colheita é considerada uma importante causa de desvalorização do abacate por ocasião da comercialização. Este trabalho objetivou avaliar os danos pós-colheita e as características físicas e químicas de abacates ‘Fuerte’ e ‘Hass’, beneficiados em packinghouse, e o efeito de produtos no controle pós-colheita das podridões. As características cor da casca, firmeza, acidez titulável e s

  11. Características físico-químicas da laranja-pera em função da posição na copa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Moreira Carvalho Lemos

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar as características físico-químicas dos frutos colhidos em diferentes posições da copa de laranjeiras 'Pera'. A copa foi dividida em três alturas (basal, intermediária e apical, dois lados (lados opostos da copa, voltados para as entrelinhas - leste e oeste e duas posições (periferia e 30 cm para o interior da copa. A colheita dos frutos ocorreu em 09-07-09. Os frutos da periferia da copa apresentaram maiores valores de massa fresca, diâmetro longitudinal, diâmetro transversal, espessura do flavedo, teor de sólidos solúveis, índice de maturação e coloração da casca mais amarela que os frutos da parte interna da copa. Quanto às concentrações de vitamina C e acidez titulável, os frutos colhidos da periferia da copa foram os que continham menores concentrações. Em relação à altura da copa, observou-se que, nos frutos colhidos na parte apical da copa, a massa fresca e o diâmetro longitudinal foram maiores do que nos colhidos da parte basal. Nos frutos voltados para a face oeste, verificaram-se os maiores teores de sólidos solúveis e índice de maturação.

  12. Armazenamento refrigerado da uva de mesa 'Romana' (A1105) cultivada sob cobertura plástica

    OpenAIRE

    Lulu, Jorge; Castro, Josalba V.; Pedro Júnior, Mário J.

    2005-01-01

    A videira é uma das principais fruteiras cultivadas em todo o mundo e atualmente a preferência por uvas do tipo "sem sementes" ou "apirênicas" vem aumentando gradativamente no mercado interno brasileiro. A cultivar 'Romana' (A1105) tem mostrado grande potencial como nova alternativa de uva de mesa apirênica na região de Jundiaí - SP. No entanto, a qualidade dos cachos tem sido afetada pela ocorrência de chuvas na época da colheita, propiciando a incidência de rachaduras nas bagas ("cracking")...

  13. Pós colheita de bananas-maçã submetidas ao 1-MCP e armazenadas á temperatura ambiente Postharvest of 'apple' banana submetted to 1-MCP and storage in room temperature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla Marque Pinheiro

    2006-04-01

    Full Text Available Bananas da cultivar Maçã foram adquiridas no estádio dois de coloração da casca (verde maturos e submetidas à ação de 1-MCP. O 1-MCP foi aplicado por 12 horas nas seguintes concentrações: 0 (controle, 50, 100, 150, 200 hL.L-1. Após aplicação, os frutos foram armazenados à temperatura ambiente (temperatura média 20ºC ± 1 e umidade relativa 80% ± 5 e avaliados à medida que atingiam os graus 3, 5 e 7 de coloração da casca. O tratamento com 1-MCP atrasou o início do amadurecimento de bananas-maçã armazenadas sob temperatura ambiente, baseado nas primeiras mudanças de coloração da casca. A aplicação de 1-MCP em bananas-maçã, ditou maiores valores de perda de massa e relação polpa/casca (nos graus 5 e 7 de coloração da casca. O 1-MCP, nas doses 100, 150 e 200 hL.L-1 de 1-MCP promoveu desverdecimento desuniforme e tonalidade avermelhada na casca. O tratamento 50 hL.L-1 de 1-MCP é o mais adequado, por promover a extensão da vida pós-colheita de bananas-maçã da cultivar armazenadas sob temperatura ambiente sem afetar a coloração da casca dos frutos, apresentando qualidade, baseando-se na cor da casca, firmeza, acidez titulável, pH e sólidos solúveis, semelhante ao controle.Mature green 'Apple' bananas were submitted to five concentrations of 1-MCP (0, 50, 100, 150 and 200 hL.L-1 for 12 hours. After treatment, the fruits were stored at room temperature (20ºC ± 1 and 80% ± 5 RH and analyzed at 3,5 and 7 color degree of peel. The treatment with 1-MCP delayed the start of the ripening based in the first changes of peel color. The treatment of 'Apple' bananas with 1-MCP promoted higher values of mass loss and pulp/peel ratio (5 and 7 degrees of color peel. The fruits treated with 100, 150 and 200 nL.L-1 of 1-MCP showed heterogeneous degreening and development of red color on the peel. 1-MCP at 50 nL.L-1 was the most appropriated treatment for promoting the extension of postharvest life of 'Apple' bananas stored

  14. Efeito da adubação orgânica na produção e qualidade de frutos de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis, Sims f. flavicarpa Degener)

    OpenAIRE

    Pagliarini, Mateus Francisco

    2005-01-01

    A pesquisa teve o objetivo de avaliar os efeitos da adubação orgânica sobre a produção, qualidade, conservação pós-colheita e aceitabilidade de frutos do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis, Sims f. flavicarpa Degener). O experimento foi estabelecido em março de 2004, num latossolo vermelho amarelo da Fazenda Experimental da Sementeira UFV, situada em Visconde do Rio Branco, MG. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso com 4 repetições. Os tratamentos foram formados por tr...

  15. Qualidade fisiológica e teor de lignina no tegumento de sementes de soja convencional e transgênica RR submetidas a diferentes épocas de colheita Physiological quality and lignin content in the coat seeds of conventional and RR transgenic soybean submitted to different harvest periods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Fortes Gris

    2010-04-01

    Full Text Available Têm-se levantado à hipótese de que cultivares de soja RR possuem teores de lignina superiores aos convencionais, o que proporciona maior resistência a danos mecânicos e maior impermeabilidade do tegumento das sementes. Objetivou-se avaliar a qualidade fisiológica e o teor de lignina no tegumento das sementes de soja convencional e RR colhidas em três épocas, em Lavras-MG. Para tanto, as sementes colhidas nos estádios R7, R8 e após 20 dias de retardamento da colheita (R8+20, foram submetidas aos testes para avaliação da qualidade fisiológica e teor de lignina. As cultivares convencionais e RR avaliadas foram: BRS 133 vs BRS 245 RR, BRS 134 vs BRS 247 RR, Conquista vs Valiosa RR, Celeste vs Baliza RR e Jataí vs Silvânia RR. Foram realizados os testes de peso de mil sementes, germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, dano mecânico, índice de velocidade de emergência, germinação após a imersão das sementes em água e teor de lignina no tegumento de sementes. Com exceção do teor de lignina no tegumento de sementes para o contraste Jataí vs Silvânia RR, não foram observadas diferenças entre os materiais RR e convencional, tendo, neste caso, a cv Silvânia RR apresentado resultados superiores aos da convencional. No entanto, houve diferença de comportamento entre os cultivares quanto à tolerância ao retardamento da colheita. Observou-se redução significativa na porcentagem de germinação e vigor das sementes avaliadas com o retardamento da colheita.One has raised the hypothesis that the RR soybean cultivars posses lignin contents higher than those of the conventional ones. The present work was conducted with the purpose of evaluating the physiological quality and lignin content in the coat of the conventional and RR soybean seeds collected in three times in Lavras-MG. To that end, the seeds collected at stages R7, R8 and after 20 days of collection delay (R8+20 were submitted to the tests for

  16. Sachês antimicrobianos em pós-colheita de manga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eber Antonio Alves Medeiros

    2011-10-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho desenvolver sachês incorporados com óleos essenciais avaliando as propriedades físico-químicas e microbiológicas de mangas armazenadas em saco de papel contendo estes sachês em seu interior. Os óleos essenciais de orégano (Origanum vulgaris e capim-limão (Cymbopogon citratus foram incorporados em saches, e sua atividade antimicrobiana foi testada nos fungos Colletotrichum gloeosporides, Lasiodiplodia theobromae, Xanthomonas campestris pv. mangiferae indica, Alternaria alternata. Frutos de manga 'Tommy Atkins' foram acondicionados individualmente em sacos de papel contendo em seu interior um sachê antimicrobiano e mantidos a 25 °C ± 2 °C e UR 80% ± 5% por nove dias. Os parâmetros cor da epiderme, firmeza de polpa, sólidos solúveis, acidez titulável e pH sofreram pouca influência dos óleos essenciais de orégano e capim limão, indicando que a presença do óleo essencial não altera as características físico-químicas da polpa de manga. Os sachês ativos incorporados com óleos essenciais de orégano e capim limão apresentaram controle no crescimento dos microrganismos testados, sendo o capim-limão mais eficiente, reduzindo em aproximadamente 2 ciclos Log a contagem de mesófilos aeróbios e fungos filamentosos e leveduras em relação ao tratamento controle empregado.

  17. Exigência térmica e produtividade da amoreira-preta em função das épocas de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Mota Segantini

    2014-09-01

    Full Text Available O período de colheita de amora-preta ocorre de novembro a fevereiro nos estados do Sul do Brasil, onde se concentra a maior área de cultivo do País. Sabendo-se que frutas ofertadas fora do pico da safra possuem preços mais vantajosos, objetivou-se escalonar a colheita da amoreira-preta através da realização da poda hibernal em diferentes épocas, levando-se em conta o número de horas de frio e os grausdia acumulados. O presente trabalho foi conduzido na Fazenda Experimental São Manuel, no município de São Manuel-SP. Foram utilizadas plantas de amoreira-preta "Tupy", de 3 anos de idade, conduzidas em 4 hastes principais, em espaldeira em T, com 1,2 metro de altura. O delineamento experimental utilizado foi o esquema fatorial 2x5, constando de 2 sistemas de cultivo (não irrigado e irrigado e de 5 tratamentos (épocas de poda: 20-05, 26-06, 24-07, 23-08 e 26-09, com repetições em blocos. A irrigação não alterou a duração do ciclo da amoreira-preta, mas proporcionou aumento na produtividade, independentemente das épocas de poda. Quanto maior o número de horas de frio acumulado, menor o ciclo e menor a necessidade em graus-dia da amoreira-preta 'Tupy'. A poda hibernal realizada em 20-05 proporcionou um pico de colheita de amora-preta em meados de setembro, em São Manuel - SP.

  18. Qualidade pós-colheita de banana Prata Anã armazenada sob diferentes condições Quality evaluation of post harvest banana 'Prata Anã'associated to packing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letícia Viviani

    2007-01-01

    Full Text Available O manuseio inadequado na pós-colheita tem sido responsável pela desvalorização da banana no mercado interno e pela perda de oportunidade de exportação. Outro aspecto observado é que o comércio de banana é fortemente afetado pela má apresentação dos frutos e embalagens. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade pós-colheita de frutos da bananeira Prata-Anã, por análises físico-químicas e sensoriais, comparando o armazenamento refrigerado (13ºC e o realizado em temperatura ambiente, empregando-se diferentes tipos de embalagens (caixa de madeira tipo torito, com capacidade para 18kg, com revestimento de papelão para os frutos, caixa de madeira tipo ½ caixa, com capacidade para 13kg, com revestimento de papelão para os frutos e caixa de papelão com capacidade para 18kg. Também, foram avaliados os danos físicos que ocorrem na banana durante transporte até o centro de distribuição e após a climatização. A conservação em ambiente refrigerado aumentou sua vida útil. Não houve diferença significativa entre as embalagens quanto à conservação das frutas, tanto nos atributos indicativos de maturação, quanto no aumento dos danos físicos. Sendo assim, essas embalagens podem ser utilizadas como alternativa de proteção ao fruto.The inadequate handling during the post-harvest has been responsible by the lost of value of the product in the internal market, and lost of opportunity of exportation of this Brazilian fruit. The other observed aspect is that the commerce of banana is highly affected by the bad visual aspects of the fruits and inadequate packing. Inside of this context, this research has, as major objective, the evaluation of post-harvest quality of banana fruits, variety Prata Anã. Experiments were realized to evaluate the quality variation, appearance, and colorin until the fruits were inappropriate for consumption, using physical-chemical and sensorial analysis, by comparing cold storage at 13º

  19. Escarificação de um Latossolo Vermelho na pós-colheita de soqueira de cana-de-açúcar Chisel plowing in an Oxisol in post harvest of ratoon cane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. F. Paulino

    2004-10-01

    Full Text Available A escarificação nas entrelinhas da soqueira da cana-de-açúcar, associada à adubação e à gradagem (tríplice cultivo, é adotada como um recurso para amenizar o problema da compactação do solo; entretanto, pouco se sabe de seus efeitos no enraizamento da soqueira. Objetivando estudar os efeitos da escarificação na pós-colheita de cana-de-açúcar nas propriedades físicas de um Latossolo Vermelho, na distribuição de raízes e na produtividade, realizou-se um ensaio na região do Arenito Caiuá, utilizando a terceira soca da variedade RB72454. Os tratamentos utilizados foram: E1: escarificação a 0,15 m de profundidade, adubação e gradagem; E2: escarificação a 0,30 m de profundidade, adubação e gradagem; GR: adubação e gradagem. Foram avaliados: densidade do solo, porosidade total e distribuição do tamanho de poros; distribuição do sistema radicular; produtividade, perfilhamento, diâmetro e comprimento médios dos colmos. A escarificação nas entrelinhas da soqueira de cana-de-açúcar alterou a densidade do solo, a macro e a microporosidade e, na profundidade de 0,15 m, proporcionou maior comprimento de raízes na camada de 0,25 a 0,50 m, porém não alterou a área e o comprimento totais de raízes para as outras condições estudadas, tampouco a produção da cultura.Chisel plowing in-between rows of sugar cane ratoon, associated with fertilizer and harrowing (triple cultivation is a common practice to reduce soil compaction, but little is known about its effects on ratoon rooting. The purpose of this study was to evaluate the effects of post-harvest chisel plowing on the physical properties of an Oxisol, root distribution, and yield. The experiment was set up in an Arenito Caiuá Soil and used the third ratoon of RB72454 sugar cane variety. The treatments were: E1: 0.15 m-deep chisel plowing, fertilization, and harrowing; E2: 0.30 m-deep chisel plowing, fertilization, and harrowing; GR: fertilization and harrowing

  20. Utilização de ácido cítrico para a conservação pós-colheita de raízes de mandioca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Madalena Rinaldi

    2017-07-01

    Full Text Available Resumo As raízes de mandioca de mesa minimamente processadas surgiram como uma alternativa para aumentar a vida útil pós-colheita do produto e disponibilizar um alimento mais prático e seguro para os consumidores. O Distrito Federal e entorno está se tornando um grande produtor e consumidor de mandioca de mesa. Dessa forma, objetivou-se determinar os efeitos de diferentes concentrações de ácido cítrico (0,5%, 1,0%, 1,5%, 2,0%, 2,5% para a conservação de raízes de mandioca IAC 576-70 minimamente processadas, imersas em água. O produto foi mantido na temperatura de 3 °C por 35 dias. Na matéria-prima e durante o armazenamento, realizaram-se análises de pH, acidez titulável, sólidos solúveis, ratio, tempo de cocção, cor e textura das raízes. A ação do ácido cítrico na vida útil do produto foi positiva em todas as concentrações estudadas, durante todo o armazenamento. Em todas as concentrações de ácido cítrico avaliadas, ocorreu redução significativa nos valores de pH e aumento da acidez titulável, sendo esta menos acentuada no produto submetido à menor concentração (0,5%. Visualmente, não foi observada a presença de microrganismos nas raízes de mandioca minimamente processadas e na água de imersão.

  1. Influência de películas de fécula de mandioca na qualidade pós-colheita de frutos de pimentão (Capsicum annuum L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VICENTINI Nívea Maria

    1999-01-01

    Full Text Available A proposta em estudo é o uso de películas comestíveis, derivadas de fécula de mandioca na manutenção da qualidade de frutos de pimentão após a sua colheita. Frutos de pimentão (Capsicum annuum L. receberam tratamento com películas de amido, com a finalidade de avaliar a sua eficiência como barreira à perda de água, bem como sua influência nas propriedades físicas e químicas dos mesmos. Os frutos foram mergulhados por um minuto em suspensões a 1, 3 e 5% de fécula, secos naturalmente ao ar e armazenados em condições ambientais, onde a temperatura e umidade relativa médias do período variaram de 26,0-29,0° C e 59,5-71,5%, respectivamente. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial com 16 tratamentos, 3 repetições e 2 frutos por parcela. As análises de controle (porcentagem de perda de peso, textura, pH e teor de sólidos solúveis, foram feitas a cada três dias por um período de 12 dias. As películas a 3 e 5% mantiveram os frutos firmes. Os tratamentos não influenciaram significativamente na perda de peso, pH e no teor de sólidos solúveis.

  2. Aplicação em pré-colheita, de dessecante em duas cultivares de soja (Glycine max (L. Merril I - Efeitos imediatos sobre a germinação e produção de sementes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.C. Durigan

    1980-12-01

    Full Text Available Plantas de soja das cultivares Santa Rosa e IAC-2 foram tratadas, em diferentes épocas após o início do florescimento, com o desse cante paraquat na dose de 2 l/ha do produto comercial. Objetivou-se avaliar os possíveis efeitos sobre a infecção de sementes por microorganismos prejudiciais a sua qualidade. As aplicações do produto foram feitas semanalmente a partir dos 72 e 75 dias após o início do fl orescimento, para as cultivares IAC -2 e Santa Rosa. respectivamente (teores de umidade das sementes de 56,8 e 57,5%. Para todas as épocas tratadas, existiam as suas respectivas comparações que não receberam o produto. As testemunhas foram colhidas seguindo-se os critérios usuais dos agricultores que trabalham com soja, aos 100 e 103 dias após o inicio do florescimento, respectivamente para as cultivares IAC-2 e Santa Rosa. A incidência de fungos prejudiciais à qualidade das sementes foi sempre menor para as parcelas que receberam dessecamento e aumentou com o retardamento da colheita, principalmente nas parcelas não tratadas.The plant desiccant paraquat was applied on soybean plants at different stages of development 1972 and 75 days after flowering, weekly and the harvested seeds examined as to fungus incidence. The data showed that the incidence of seed deteriorating fungi was always lower in the treated plots and increased when the harvest was delayed, mainly in the untreated plots.

  3. Resposta da soja e da biomassa de carbono do solo aos resíduos de cinco genótipos de sorgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. A. Vasconcellos

    1999-03-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência de resíduos de cinco cultivares de sorgo (Sorghum bicolor L.: CMS XS 376, CMS XS 365, BR 304, BR 700 e CMS XS 755 no crescimento e no desenvolvimento da soja. Esses resíduos foram colhidos em três estádios do desenvolvimento reprodutivo do sorgo: florescimento, enchimento de grãos e maturação. Os tratamentos estudados constaram da deposição desses resíduos na superfície do solo ou da sua total incorporação na proporção de 4 g kg-1 de matéria seca no solo (LEd, fase cerrado. Nos tratamentos com planta, mantiveram-se três plantas de soja (cv. Doko em vasos com capacidade para 3 kg de solo. Nos tratamentos sem planta, o solo foi amostrado semanalmente para avaliação das formas de N. Após a colheita da soja, amostras de planta e de solo, de cada tratamento, foram retiradas para determinar a absorção total de N e a influência desses resíduos no N disponível extraído com KCl 2 mol L-1. Os resultados revelaram que alguns resíduos culturais de sorgo afetaram, independentemente do estádio de colheita, o desenvolvimento da soja, a absorção de N, o peso de nódulos e a biomassa microbiana do solo. Tais efeitos também foram dependentes do método de incorporação do resíduo. O teor de carbono imobilizado pela biomassa foi maior quando os resíduos de sorgo foram distribuídos na superfície do solo.

  4. Manejo do dossel vegetativo e seu efeito nos componentes de produção da videira Merlot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto Miele

    2012-12-01

    Full Text Available A poda verde é uma prática cultural utilizada para melhorar as condições do dossel vegetativo dos vinhedos, visando a favorecer a qualidade da uva e do vinho. Nesse sentido, realizou-se este experimento entre as safras de 1993/1994 e 1996/1997, com diferentes modalidades de poda verde, num vinhedo do cv. Merlot conduzido em latada. Houve 12 tratamentos e três repetições, sendo o delineamento experimental em blocos casualizados. Os tratamentos constituíram-se da testemunha e de 11 diferentes modalidades de poda verde, ou seja, desbrota, desponta e desfolha, algumas delas em diferentes épocas do ciclo vegetativo da videira. O componente principal 1, da análise de componentes principais (ACP feita em cada ano, separadamente, mostra que o tratamento 10 (desbrota + desponta + desfolha realizada no início da floração, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos discriminou-se nos quatro anos, e os tratamentos 7 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se metade das folhas abaixo dos cachos e 6 (desfolha realizada 21 dias antes da colheita, eliminando-se as folhas abaixo dos cachos, em três deles; a ACP da média dos quatro anos também evidencia essa discriminação entre eles. Constata-se que o tratamento 10 foi um dos que tiveram intensidade de poda verde mais intensa, caracterizando-se por variáveis indicativas de plantas com vigor e produtividade mais baixos que os demais.

  5. Influência do horário de colheita sobre o rendimento e composição do óleo essencial de erva-cidreira brasileira [Lippia alba (Mill. N. E. Br.] Influence of harvest time on the yield and composition of essential oil from the Brazilian "erva-cidreira" [Lippia alba (Mill. N. E. Br.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A.D. Ehlert

    2013-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo verificar se o horário de colheita da erva-cidreira brasileira [Lippia alba (Mill. N. E. Br.], fenotipo carvona-limoneno, tem influência sobre a produção de massa foliar, rendimento e composição do óleo essencial. Foram avaliados cinco horários de colheita quando a cultura estava com 145 dias desde o transplante: 8:00, 10:00, 12:00, 14:00 e 16:00 h com cinco repetições, distribuídos em blocos casualizados. O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental Lageado da FCA-UNESP/Botucatu no Setor de Horticultura do Departamento de Produção Vegetal. A colheita foi realizada a 15 cm da superfície do solo e o óleo essencial obtido através de hidrodestilação, em aparelho tipo Clevenger. Levou-se em consideração os fatores agronômicos e o rendimento obtido por hidrodestilação. O óleo essencial foi analisado em cromatógrafo gasoso acoplado a espectrômetro de massas (CG/EM. Os resultados foram submetidos à análise de variância (Teste F e as médias comparadas pelo teste de Tukey. Não houve diferença estatística para produção de massa foliar, teor de óleo essencial e produtividade de óleo essencial em massa fresca e seca. No entanto, entre os compostos majoritários do óleo essencial das folhas, carvona e limoneno, a melhor produtividade de carvona foi obtida às 10:00 h, em matéria fresca (2,050 L ha-1 e em matéria seca (2,068 L ha-1, e para o limoneno às 16:00 h, em matéria fresca (1,068 L ha-1 e em matéria seca (1,060 L ha-1.This study aimed to verify whether the harvest time of the "Brazilian erva-cidreira" [Lippia alba (Mill. N. E. Br.], limonene-carvone chemotype, influences leaf mass production and essential oil yield and composition. Five different harvest times were evaluated at 145 days after transplanting: 8:00, 10:00, 12:00, 14:00 and 16:00, with five replicates, distributed in randomized blocks. The experiment was carried out at Lageado Experimental Farm of the School

  6. Avaliação dos níveis de ruído, luz e calor em máquinas de colheita florestal Evaluation of noise, light and heat levels of forest harvesting machines

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano J. Minette

    2007-12-01

    Full Text Available Esta pesquisa foi desenvolvida com dados coletados em áreas de colheita de madeira em três empresas do Estado de Minas Gerais; o objetivo geral foi avaliar os níveis de ruído, luz e calor, em máquinas de colheita florestal. Foram avaliados os postos de trabalho das seguintes máquinas: Feller-Buncher, Skidder, Garra-Traçadora, Traçador Mecânico e Carregador Florestal e os níveis de ruído medidos com o uso de um dosímetro, a iluminação através de um luxímetro digital e a exposição ao calor com o IBUTG. Na empresa 1, os dois tratores florestais avaliados enquanto parados emitem o mesmo nível de ruído, possuem luz interna e boas condições térmicas; na empresa 2, para as três máquinas avaliadas o nível de ruído está abaixo do limite recomendado pela NR 15, as cabines possuem luz interna e climatização regulável e na empresa 3 todas as máquinas apresentaram níveis de ruído superiores ao permitido pela legislação brasileira, o carregador florestal e o Mini-skidder apresentaram iluminação inadequada e os índices de temperatura efetiva estão fora da zona de conforto térmico para todas as máquinas. Conclui-se que todas as máquinas utilizadas pela empresa 3 estão em desconformidade ergonômica.This research was developed with data collected in areas of wood harvesting by three companies of the State of Minas Gerais, Brazil. The general objective was to evaluate the level of noise, light and heat of forest harvesting machines. The work stations of the following machines were evaluated: Feller-Buncher, Skidder, Bucking Tongs, Mechanical Bucking and Forest Loader. The noise levels were measured with the use of a dosimeter, the light with a digital luximeter and the heat exposure with the IBUTG. At company 1, the two evaluated forest tractors, while stopped, presented the same level of noise, both had internal lighting and good thermal conditions. At company 2, for the three evaluated machines, the level of noise was

  7. Influence of the harvesting time in the level of nitrate in hydroponic lettuce/ Influência do horário de colheita no teor de nitrato em alface hidropônica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Marcelo Basso

    2011-03-01

    Full Text Available The broadleaves vegetables have high ability to accumulate nitrate in the leaves and petioles, and the ion accumulation that can cause harm to human health by forming carcinogens and cause a disease in the liver, known as methaemoglobinaemia. Thus the study was to evaluate in hydroponic lettuce, the levels of nitrate at different harvesting time and in three different parts of the plant. The harvest was held at 6:00, 9:00, 12:00, 15:00 and 18:00 hours, and the plants have been divided into three parts for consideration, and these leaves external, leaves internal and stalk. The results were submitted to compare Tukey a 5% probability, obtaining an average of the highest levels of nitrate in portions of stalk harvested at 12 hours, with 2702.40 ppm of nitrate in the fresh matter. The average achieved by internal leaves were higher at 9 am, with 1879.28 ppm of nitrate in the fresh matter, as the external leaves had no significant difference between different times, and also the body of minor accumulation of nitrate in the plant. As hortaliças folhosas têm elevada capacidade de acumular nitrato nas folhas e pecíolos, sendo que o acúmulo desse íon pode causar malefícios à saúde humana por formar substâncias cancerígenas e ocasionar uma doença chamada metahemoglobinemia. Dessa forma o trabalho teve como objetivo avaliar, em alface hidropônica, os teores de nitrato em diferentes horários de colheita e em três partes diferentes da planta. A colheita foi realizada às 6:00h, 9:00h, 12:00h, 15:00h e 18:00h, e as plantas foram divididas em três partes para serem analisadas, sendo estas folhas externas, folhas internas e talo. Os resultados foram submetidos à Teste Tukey a 5% de probabilidade, obtendo-se em média os maiores teores de nitrato nas porções de talo colhidos às 12 horas, com 2702.40 ppm de nitrato na matéria fresca. As médias alcançadas pelas folhas internas foram maiores às 9 horas, com 1879.28 ppm de nitrato na mat

  8. Avaliação das principais causas de perdas pós-colheita de hortaliças comercializadas em Santarém, Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra

    2017-02-01

    Full Text Available As hortaliças estão sujeitas a diversos tipos de danos após a colheita, ocasionados por condições inadequadas de manuseio, armazenagem, doenças e injúrias mecânicas. Este trabalho teve como objetivo levantar informações sobre as principais causas de perdas pós-colheita em pimentões, batatas e cebolas comercializadas nas feiras e supermercados de Santarém, Pará. O trabalho foi conduzido no comércio varejista, supermercados, Feira da Cohab, Feira do Aeroporto Velho e Mercadão 2000. Os danos nas hortaliças foram avaliados e classificados em: danos fisiológicos, microbiológicos e mecânicos. Em todos os locais avaliados todas as hortaliças apresentaram algum dano, que foi atribuído como responsáveis pelas perdas de forma direta ou indireta. Nas cebolas os principais danos foram: talo grosso, bulbos mal formados, flácidos, descoloridos e brotados. Todos os pimentões avaliados apresentaram formato retangular e cor verde, os principais danos encontrados foram: frutos amassados, apodrecidos, queimados, atacados por insetos, feridos, murchos, com rachaduras e malformados. Os tubérculos apresentaram-se com cortes superficiais não diferiu entre os diferentes locais, porém destacaram-se as amassaduras, esfoladuras, esverdeamento, má formação e murcha nos comercializados nas feiras, enquanto que nos supermercados os danos mais presentes foram os cortes profundos e brotados. Estes resultados revelam a necessidade de investimento na estruturação dos mercados varejistas para que possibilitem a diminuição das indesejáveis perdas e prejuízos financeiros na comercialização de hortaliças.Evaluation of the main causes of post-harvest losses of vegetables sold in Santarém, Pará stateAbstract: Vegetables are subject to various types of damage after harvest due to inadequate handling and storage, disease and mechanical injury. The objective of this work was to carry out a survey of the main causes of post-harvest losses in

  9. O corrência natural de desoxinivalenol e toxina T-2 em milho pós-colheita Natural occurrence of desoxinivalenol and toxin T-2 in recently harvested corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme PRADO

    1997-12-01

    Full Text Available Foi verificada a incidência natural de desoxinivalenol (DON e toxina T-2 em 115 amostras de milho em grão, pós-colheita, procedentes de diferentes localidades do Brasil, Argentina e Paraguai, safra 1994/1995. Os grãos de milho foram obtidos da Associação Brasileira de Milho. DON foi extraído do grão com acetonitrila-água (84+16 e o extrato foi submetido a uma purificação em coluna de carvão ativo, alumina e Celite. A detecção foi feita por cromatografia em camada delgada, impregnando a placa com solução de cloreto de alumínio, aquecida após desenvolvimento e visualização em luz ultravioleta (366 nm. Para a toxina T-2, um método direto e competitivo de ELISA foi utilizado, após extração da amostra com metanol a 70%. As recuperações médias para o DON e toxina T-2 foram superiores a 70%. O limite de detecção foi cerca de 90 ng/g e 50 ng/g, para DON e toxina T-2, respectivamente. DON foi detectado em 7 das amostras (102-542 ng/g e a toxina T-2 em uma amostra (104 ng/g.One hundred and fifteen samples of postharvest corn from the 1994/1995 season, from different locations of Brasil, Argentina and Paraguay, were examined for deoxynivalenol (DON and T-2 toxin. The samples were obtained from the Brazilian Corn Association. DON was extracted with acetonitrile - water (84 + 16 and the extract submitted to a cleanup on a charcoal - alumina - Celite colunm. The detection was performed on silica gel TLC plates impregnated with aluminum chloride solution. After development the plates were heated and examined under UV light (366 nm. An enzyme-linked immunoassay (ELISA, direct and competitive, was employed for the detection and quantitation of T-2 toxin. The average recoveries for DON and T-2 toxin were above 70%. The detection limits were 90 ng/g for DON and 50 ng/g for T-2 toxin. DON was found in 7 of the samples (102 - 542 ng/g and T-2 toxin in one sample (104 ng/g.

  10. Redução de perdas pós-colheita em tomate de mesa acondicionado em três tipos de caixas Reduction of tomato post-harvest losses stored in three different types of boxes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita Fátima A. Luengo

    2001-07-01

    Full Text Available Atualmente, no Brasil, a embalagem mais usada para tomate continua sendo a caixa de madeira que era usada para transportar querosene na segunda guerra mundial, há meio século, conhecida como caixa "K". Esta embalagem possui características que favorecem as injúrias mecânicas e comprometem a durabilidade e qualidade das hortaliças, como o fato de apresentar superfície áspera, alojar patógenos, profundidade excessiva, possuir aberturas laterais cortantes. Considerando os problemas da caixa K e a necessidade de proteção do tomate, a Embrapa Hortaliças iniciou, em janeiro de 1997, pesquisa para geração de uma embalagem adequada para acondicionamento e transporte de tomate. A embalagem definitiva foi testada em relação à caixa 'K' e caixa de plástico existente no mercado. Nos frutos de tomate foram avaliados a variação de matéria fresca, vida útil, cor, danos mecânicos, variação da firmeza, teor relativo de água e deterioração. A nova embalagem foi nomeada caixa Embrapa e apresenta menores percentagens de danos mecânicos, provavelmente a característica mais importante avaliada, reduzindo perdas pós-colheita em tomate de mesa.The most common box used for harvested vegetables in Brazil is the wood one which was used for kerosene transporting during second world war, in 1945. This box causes mechanical damage and reduces vegetables shelf-life and quality, due to its rough surface allowing pathogen colonization, due to the excessive number of fruit layers, and due to the lateral cut openings. Considering the problems of the K box and the necessity of protecting tomato fruits, Embrapa Hortaliças began in January 1997 a research to develop an adequate box to protect tomato fruits. The definitive box, named "Embrapa box", was compared with the K box and the most common plastic boxes from the market. The weight, shelf-life, color, mechanical damage, firmness, relative water content and deterioration were evaluated. The damage

  11. Teores do óleo essencial de cidrão [Aloysia triphylla (L'Hérit Britton (Verbenaceae] em diferentes horários de colheita e processamentos pós-colheita Lemon verbena's [Aloysia triphylla (L'Hérit Britton (Verbenaceae] essential oil content in different harvest periods and post-harvesting process

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata da Silva Brant

    2009-01-01

    Full Text Available Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o teor do óleo essencial de cidrão [Aloysia triphylla (L´Hérit Britton] em diferentes horários de colheita e processamentos pós-colheita. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado. As colheitas foram realizadas em três horários distintos (8 h, 12 h e 16 h, com três repetições. Os processamentos pós-colheita foram cinco: T1- folhas frescas fragmentadas em 1cm; T2- folhas frescas processadas em liquidificador; T3- folhas frescas inteiras; T4- folhas secas inteiras; T5- folhas secas pulverizadas em moinho, com três repetições. O óleo essencial de cada tratamento foi extraído pela técnica de hidrodestilação, utilizando o aparelho modificado de Clevenger, por uma hora e trinta minutos. Os horários de colheita quando se detectou maior teor de óleo foram 8 h e 16 h. Os maiores teores de óleo essencial foram encontrados em folhas frescas fragmentadas em 1cm, folhas frescas processadas em liquidificador, folhas frescas inteiras e folhas secas inteiras.This study was carried out in order to evaluate the essential oil content of lemon verbena at different harvest times and post-harvest processings. The experimental design used was completely randomized. The harvested material was collected at three different hours (8:00, 12:00 and 16:00 pm, and it was taken three times. In post-harvest processings, three replications and five treatments were us do: 1 cm fresh leaf fragments, blended fresh leaves, whole fresh leaves, whole dry leaves and dry leaves ground in mill. The essential oil was determined in Clevenger's modified apparatus for 1 hour and 30 minutes. The periods of the day that detected high essential oil content were at 8:00 am and 16:00 pm. The high essential oil level was in 1 cm fresh leaf fragments, blender processed fresh leaves, whole fresh leaves and whole dry leaves.

  12. Simulação do efeito do manejo da palha e do nitrogênio na produtividade da cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro G. Costa

    2014-05-01

    Full Text Available Propôs-se, com este trabalho, modelar o crescimento e a produtividade da cana-de-açúcar em sistemas de colheita mecanizada avaliando o efeito da remoção da palhada remanescente em combinação com doses de adubação nitrogenada de 60, 120 e 180 kg ha-1. Utilizou-se o modelo APSIM-Sugar calibrado com base em dois experimentos localizados em Piracicaba, SP, e Salinas, MG, conduzidos com a variedade SP80-1842. Avaliou-se a sensibilidade do modelo aos parâmetros de solo e de variedade, em especial aqueles relacionados à dinâmica da matéria orgânica do solo e do nitrogênio. O modelo mostrou-se capaz de descrever adequadamente o crescimento da cana-de-açúcar nos dois ambientes produtivos. As simulações indicaram que a remoção da palha para utilização na indústria acarretaria redução da produtividade no longo prazo e que a elevação na adubação nitrogenada até 180 kg ha-1 não seria suficiente para compensar a queda na produção.

  13. Utilização de filmes plásticos e comestíveis na conservação pós-colheita de melão amarelo Utilization of PVC film and edible films to extend the postharvest conservation of yellow melons

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrício F Batista

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo prolongar a vida pós-colheita de melões do tipo amarelo cv. AF-682, por meio da atmosfera modificada obtida com filme plástico de PVC e filmes comestíveis à base de cera de carnaúba (50% e fécula de mandioca (1, 2 e 3%. Para o revestimento dos frutos com embalagem plástica utilizou-se filme de PVC com 10 mm de espessura, aderente e esticável, colocado em camada única, na superfície de cada fruto. Após serem revestidos pelos filmes os frutos foram armazenados em temperatura ambiente de 29± 2ºC e 64±1% UR por 20 dias, sendo em intervalos de cinco dias submetidos às avaliações: massa individual, firmeza da polpa, teor de sólidos solúveis totais, acidez titulável e pH. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado com seis repetições em esquema fatorial 6x4, sendo 6 tratamentos de conservação e 4 períodos de armazenamento. Nenhum dos tratamentos avaliados é recomendável para aumentar a conservação pós-colheita de melão amarelo. Os frutos revestidos com fécula de mandioca a 3% e filme de PVC apresentaram processo iniciais característicos de fermentação e podridão a partir de 15 dias de armazenamento em temperatura ambiente.This work aimed to extend the postharvest life of yellow melons cv. AF-682 through modified atmosphere techniques obtained with PVC film and edible films such as carnauba wax (50% and cassava starch (1, 2 and 3%. Fruits were wrapped with one layer of adherent and stretchable PVC film with 10 mm width. After covering, fruits were stored at 29± 2ºC and 64±1% UR for 20 days. At a 5-day interval, fruits were evaluated for individual weight, pulp firmness, total soluble solids content, titratable acidity and pH. The trial was carried out in a complete randomized design, with six replications in a factorial scheme 6x4, with six treatments and four storage periods. The use of PVC film and edible films are not recommended to extend postharvest conservation of

  14. Amadurecimento de mangas 'Tommy Atkins' tratadas com Ca em pré-colheita Ripening of 'Tommy Atkins' mangoes treated with Ca in pre-harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Alfredo Kluge

    1999-07-01

    Full Text Available Sete aplicações de cloreto de cálcio (0,6 ou 1,2% foram realizadas em pré-colheita de mangas `Tommy Atkins' para verificar seus efeitos sobre o teor de cálcio na polpa dos frutos e a evolução do amadurecimento. As avaliações foram realizadas na colheita e durante doze dias de armazenamento a 25oC e 60-70% UR. Os tratamentos não elevaram o teor de cálcio na polpa e não influenciaram a perda de peso, o teor de sólidos solúveis totais, a acidez total titulável e a firmeza de polpa dos frutos.Seven applications of calcium chloride (0.6 or 1.2% were made before harvest of `Tommy Atkins' mangoes to verify the effect on calcium content in fruit pulp and the evolution of ripening. The evaluations were made at harvest and for twelve days of storage at 25oC and 60-70% RH. There was no increase of calcium content in fruit pulp. The weight loss, total soluble solids, total titratable acidity and pulp firmness were not affected by treatments.

  15. Avaliação de algumas características pós-colheita e índice de aceitação pelos consumidores de novas cultivares de banana Evaluation of some post-harvest characteristics and consumer acceptance index of new banana cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lair Victor Pereira

    2003-06-01

    Full Text Available RESUMO - As cultivares Nam, Pioneira, Caipira, SH 3640, FHIA 01, FHIA 18, Mysore, Nanicão, Grande Naine, Maçã, Prata e Prata Anã foram avaliadas quanto às características de pós-colheita (longevidade pós-colheita, período de comercialização e resistência ao despencamento dos frutos, aspectos visuais (tamanho do fruto e coloração da casca e da polpa, índice de aceitação pelos consumidores por meio da degustação da fruta madura (sabor, aroma, consistência da polpa e semelhança de sabor e aroma com as cultivares tradicionais Prata, Prata Anã, Maçã e Nanicão. O trabalho foi conduzido por meio de ensaios de laboratório usando 6 pencas de bananas de cada cultivar e entrevistas após os testes de degustação com 80 consumidores de Lavras e Maria da Fé-MG, no período de outubro de 2000 a abril de 2001. Pelos resultados, verifica-se que, quanto aos aspectos visuais, somente a cv. Caipira obteve baixo índice de aceitação pelos consumidores (ABSTRACT - The banana cultivars Nam, Pioneira, Caipira, SH 3640, FHIA 01, FHIA 18, Mysore, Nanicão, Grande Naine, Maçã, Prata and Prata Anã were evaluated as to their post-harvest characteristics (post-harvest longevity, marketing period and resistance to fruit dropping, visual aspects (fruit size and coloration of the peel and pulp and consumer acceptance index through tasting of the ripe fruit (flavor, pulp firmness and similarity of flavor with the traditional cultivars Prata, Prata Anã, Maçã and Nanicão. The work was conducted through laboratory trials by using six banana hands of each cultivar and interviews after the tasting tests with 80 consumers of Lavras and Maria da Fé-MG over the period of October 2000 to April 2001.The results pointed out that as to the visual aspects only the cultivar Caipira obtained a low consumer acceptance index (< 50%. As to the post-harvest characteristics the cultivars Prata Anã, Maçã, Prata and SH 3640 stood out with longer post

  16. Indução de resistência à podridão-parda em pêssegos pelo uso de eliciadores em pós-colheita Induction of resistance to brown-rot on peaches by elicitors use in post-harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Moeses Andrigo Danner

    2008-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito dos eliciadores acibenzolar-S-metil e proteína harpina, aplicados em pós-colheita, na indução de resistência sistêmica à podridão-parda em pêssegos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições, em parcelas subdivididas - com e sem ferimentos provocados aos frutos -, e os tratamentos foram constituídos por: acibenzolar-S-metil (50 mg do i.a. L-1, dois produtos comerciais com proteína harpina (80 mg do i.a. L-1 e uma testemunha (água destilada. Os frutos foram pulverizados, individualmente, com 1 mL de solução aquosa com os tratamentos e, após 12 horas, efetuou-se a inoculação com Monilinia fructicola (0,2 mL da suspensão com concentração de 10(5 esporos mL-1, em cada lado do fruto. Após 60 horas da inoculação, avaliaram-se: a área lesionada, a esporulação e o percentual de controle. Determinaram-se os teores de proteínas totais, açúcares redutores e totais, fenóis, além da atividade da enzima fenilalanina amônia-liase (FAL. Os eliciadores induziram resistência dos frutos a M. fructicola, com redução do desenvolvimento do fungo. O uso dos eliciadores aumentou os teores dos parâmetros bioquímicos avaliados e a atividade da FAL, que esteve relacionada à redução da área lesionada em pêssegos. Os indutores podem contribuir para o manejo integrado da podridão-parda em pêssegos, em pós-colheita.The objective of this work was to evaluate the effects of acibenzolar-S-methyl and harpin protein elicitors, applied in post-harvest, in systemic resistance induction to brown-rot, on peaches. A completely randomized design was utilized, with four replicates, in a split plot scheme - injured or noninjured peaches -, and treatments were constituted of : acibenzolar-S-methyl (50 mg of a.i. L-1, two commercial products with harpin protein (80 mg of a.i. L-1; and control (distilled water. Peaches were sprayed individually with 1 mL of

  17. Qualidade pós-colheita de melão tipo cantaloupe, colhido em dois estádios de maturação Postharvest quality of cantaloupe type melon, harvested in two maturation stages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Gomes Júnior

    2001-11-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a conservação pós-colheita de frutos de melão tipo cantaloupe (Cucumis melo L var. Cantaloupensis , genótipo Nun 3984, colhido nos estádios de maturação II ( frutos imaturos em início de descoloração e pedúnculo totalmente preso e IV (frutos com pedúnculo totalmente rachado, em seis períodos de armazenamento: 0; 5; 10;15; 20 e 25 dias. Os frutos foram provenientes do Agropolo Mossoró-Assu (RN, cujo clima é caracterizado como quente e seco, com temperaturas máxima e mínima de 33ºC e 29ºC, respectivamente. O armazenamento foi realizado a 20ºC e 50% UR. Utilizou-se um fatorial 2 x 6 (dois estádios de maturação e seis períodos de armazenamento, em delineamento inteiramente casualizado, com três repetições, sendo utilizados dois frutos por parcela. Os frutos foram avaliados individualmente quanto à firmeza da polpa, perda de peso, teor de sólidos solúveis, aparências externa e interna. Houve efeito significativo da interação entre os fatores estudados apenas para variável firmeza da polpa. A firmeza da polpa foi de 30,07 N e 18,75 N por ocasião da colheita e 5,32 N e 3,50 N aos 25 dias de armazenamento, respectivamente, para os estádios II e IV de maturação. O teor de sólidos solúveis apresentado por esse genótipo (7% a 9%, nos estádios II e IV de maturação respectivamente, não estabelece um padrão mínimo para a aceitação no mercado externo. A perda de peso atingiu valores médios de 6,26% e 6,67% aos 20 e 25 dias de armazenamento, respectivamente. Os frutos chegaram aos 20 dias de armazenamento com nota média 3,1 (deterioração mediana e 4,0 (deterioração leve para as aparências interna e externa, respectivamente, nos dois estádios de maturação, sendo portanto, considerados próprios para o consumo, por terem notas acima de 3,0This work aimed to evaluate the postharvest shelf life of cantaloupe melons type (Cucumis melo L. var Cantaloupensis, genotype Nun 3984, harvested

  18. Qualidade da maçã "Gala" armazenada em atmosfera controlada associada à absorção e ao controle da síntese e da ação do etileno Quality of 'Gala' apples stored in controlled atmosphere associated with ethylene absorption and control of its syntheses and action

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auri Brackmann

    2008-11-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da inibição da biossíntese de etileno no período pré-colheita e o efeito da inibição da ação ou da absorção do etileno durante o armazenamento em atmosfera controlada (AC; 1,2kPa de O2 + 2,5kPa de CO2 a 0°C sobre a qualidade de maçãs cv. "Gala". Além disso, avaliou-se também o efeito combinado desses tratamentos. Os tratamentos avaliados foram: (1 armazenamento em AC (controle; (2 aplicação pré-colheita de AVG; (3 AVG + aplicação pós-colheita de 1-MCP; (4 aplicação de 1-MCP; (5 AVG + absorção do etileno durante todo o período de armazenamento; e (6 absorção de etileno. Após oito meses de armazenamento mais sete dias a 20°C, os frutos tratados com AVG apresentaram menor atividade da ACC oxidase. A combinação de AVG + 1-MCP ou AVG + absorção de etileno mantiveram menor produção de etileno até cinco dias de vida de prateleira a 20°C. Além disso, a firmeza da polpa dos frutos submetidos a esses tratamentos combinados manteve-se mais elevada. A cor de fundo da epiderme manteve-se mais verde nos frutos tratados com AVG, independente do tratamento em pós-colheita, demonstrando que a modificação da coloração da epiderme é mais afetada pelo etileno produzido ainda na pré-colheita. Portanto, conclui-se que a aplicação em pré-colheita de AVG associada com a absorção do etileno durante o armazenamento é mais eficiente no controle da maturação de maçãs "Gala", no entanto, a aplicação pré-colheita de AVG combinada com a aplicação pós-colheita de 1-MCP também é eficiente.This research aimed to evaluate the effect of inhibition the ethylene biosynthesis at the pre-harvest stage, the ethylene action and the absorption from the controlled atmosphere storage room on the quality of 'Gala' apples. The experimental design was entirely randomized, with four replicates and the experimental unit composed by 25 fruits. The treatments were: (1 CA storage only

  19. Efeito da época de poda e da desfolha na interceptação de radiação solar na videira Bordô

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Radünz

    2013-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo determinar a influência da desfolha e da época da poda seca sobre o albedo e sobre a radiação solar disponível ao nível dos cachos e determinar o efeito da radiação solar sobre o acúmulo de sólidos solúveis da videira. Foram realizadas duas épocas de poda seca e a desfolha em parte do vinhedo da cultivar Bordô conduzida no sistema pérgula. A radiação solar foi medida utilizando-se tubos solarímetros instalados em cada tratamento, sendo o teor de sólidos solúveis determinado no momento da colheita, com um refratômetro de campo. A realização da poda seca exerceu influência sobre o albedo, sendo que o maior albedo da videira Bordô é observado quando a poda seca ocorreu na época normal (meados de setembro e sem desfolha. Para o período compreendido entre a poda e a desfolha, o albedo variou entre 0,28 e 0,30. Os resultados demonstram que o adiamento da poda seca representa redução na quantidade de radiação solar disponível ao nível dos cachos, ao mesmo tempo em que a realização da desfolha propicia aumento na radiação que incide ao nível dos cachos. O acúmulo de sólidos solúveis está relacionado com a radiação solar disponível ao nível dos cachos.

  20. ecnologias sobre operações de semeadura e colheita para a cultura do gergelim (Sesamum indicum L. = Technologies on operations of sowing and harvest for the culture of sesame (Sesamum indicum L..

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente de Paula Queiroga

    2009-06-01

    Full Text Available O gergelim (Sesamum indicum L . é uma das primeiras espécies domesticadas pelo homem, sendo na atualidade uma das dez principais oleaginosas do mundo. Cultivado em uma área total em torno de oito milhões de hectares, o principal produto do gergelim é a semente. De elevado valor nutricional para alimentação humana, e de propriedades medicinais, as sementes do gergelim são fontes de vitaminas (complexo B, ricas em minerais (cálcio, fósforo, magnésio, sodio, zinco e selênio, de óleo (50% composto por ácidos graxos insaturados oléico, 40% e linoléico, 41% e substâncias antioxidantes como a sesamina, a sesamolina e o tocoferol que imprimem resistência a rancifi cação. A t orta ou farelo do gergelim é rica em aminoácidos importantes, tais como metionina, cistina, arginina e leucina tornando-se uma excelente fonte de proteínas (39%. O gergelim é uma planta de fácil cultivo com cultivares de ciclo rápido, entre 90 a 130 dias. Informações contidas nesta nota técnica podem contribuir para o agronegócio do gergelim e para a produção em pequena escala, explorando o potencial do gergelim numa grande perspectiva de atividade econômica, especialmente para o Semi-Árido do Nordeste, ou como “cultura de safrinha” nas condições do Cerrado. Objetivou-se destacar as seguintes tecnologias adaptadas ao cultivo do gergelim: diferentes plantadeiras, importância da colheita sincronizada, diferentes formas de trilha e secagem. Demonstra-se que a simples introdução da segadora-atadora (rendimento de 2 ha homens -1 para realizar o corte das plantas, no ponto de colheita poderá incrementar signifi cativamente a área plantada de gergelim no Brasil, mesmo com as cultivares de gergelim deiscente em uso. A verticalização da produção do gergelim fi ca na dependência das modifi cações dos costumes alimentares e sociais da população, pois o mercado nacional é limitado e por este motivo não valoriza tanto a qualidade do

  1. Effect of fungicides and alternative products in control of anthracnose and black spot of guavaEfeito de fungicidas e produtos alternativos no controle da antracnose e da pinta preta da goiaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Herman Fischer

    2012-12-01

    Full Text Available This work aimed to evaluate the efficiency of fungicides in controlling in vitro and in vivo the causal agents of anthracnose (Colletotrichum gloeosporioides and C. acutatum and black spot (Guignardia psidii and evaluate the effect of alternative products to control these diseases. Inhibition of mycelial growth of the pathogens was evaluated for ten fungicides at concentrations of 1, 10 and 100 mg L-1 of active ingredient in potato-dextrose-agar medium. The effectiveness of the fungicides azoxystrobin + difenoconazole, cyproconazole, pyraclostrobin, tebuconazole and tebuconazole + trifloxystrobin in controlling disease incidence and severity of anthracnose, through applications in the field, was measured in fruits collected at three stages of maturation, according to the skin color (dark green, light green and yellowish green. In postharvest dipping of fruits, the products evaluated were citric acid, peracetic acid, salicylic acid, sodium bicarbonate, chlorine dioxide, Ecolife® and chitosan. The fungicides azoxystrobin + difenoconazole, pyraclostrobin, tebuconazole and trifloxystrobin + tebuconazole were highly effective in inhibiting the in vitro mycelial growth of G. psidii and moderately to highly effective in inhibiting C. acutatum and C. gloeosporioides. In field conditions, the fungicide azoxystrobin + difenoconazole was effective in controlling anthracnose and black spot in fruit at three maturity stage (skin color yellowish green. The alternative products tested were ineffective in the curative control of anthracnose and early blight at postharvest of guava. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a eficiência de fungicidas no controle in vitro e in vivo dos agentes causais da antracnose (Colletotrichum gloeosporioides e C. acutatum e da pinta preta (Guignardia psidii da goiaba e avaliar o efeito de produtos alternativos no controle pós-colheita destas doenças. A inibição do crescimento micelial dos patógenos foi avaliada para

  2. Pós-colheita de copo-de-leite: efeito de diferentes conservantes comerciais e armazenamento a frio Calla lily postharvest: effect of different commercial preservative solutions and cold storage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elka Fabiana Aparecida Almeida

    2008-08-01

    Full Text Available As inflorescências de copo-de-leite, apesar de bastante utilizadas na composição de arranjos florais, apresentam pequena durabilidade. Com o objetivo de analisar a qualidade e o processo de abertura e murcha de inflorescências de copo-de-leite após a colheita, avaliaram-se o efeito de diferentes conservantes florais e sistemas de armazenamento. Para o experimento estudaram-se duas condições de armazenamento em câmara fria a 4ºC: a seco ou em solução com os conservantes comerciais Crystal Clear®, Flower®, Original Floralife® e o pré-tratamento com Hydraflor-100®. O armazenamento em solução, com os conservantes estudados, não influenciou o processo de abertura e murcha das inflorescências de copo-de-leite, dentro e fora da câmara fria. Também não houve diferença, entre os produtos testados, para melhorar a conservação das inflorescências, quando estas foram retiradas da câmara fria. O período de armazenamento por 10 dias com os tratamentos utilizados não foi eficiente, pois apesar da qualidade das inflorescências, observada dentro da câmara fria, quando estas foram retiradas, não apresentaram durabilidade para comercialização. O armazenamento a seco foi eficiente quando se realizou o pré-tratamento com Hydraflor-100®, entretanto, as inflorescências apresentaram maior longevidade total quando armazenadas em solução.Inflorescences of calla lily have reduced durability after harvest despite their constant use in the composition of floral arrangements. With the objective to analyze the postharvest quality and the process of opening and wilt of calla lily, the effect of different floral conservers and storage systems were evaluated. Two storage conditions in a cold chamber at 4º C, dry or solution containing the commercial preservative Crystal Clear®, Flower®, Original Floralife® and pre-treatment with Hydraflor-100® were studied. The storage in solution with conservers had no influence on the opening and

  3. Determinação do ponto de colheita na produção de alho Determination of the harvest date for garlic cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Manoel de Oliveira

    2003-09-01

    Full Text Available O ponto de colheita de cultivares de alho tropical foi obtido através de um experimento conduzido na UFLA (MG, no delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 5, com quatro repetições, avaliando quatro cultivares (Gigante Curitibanos, Gravatá, Gigante Lavínia e Gigante Roxo e cinco épocas de colheita (134, 141, 148, 155 e 162 dias após o plantio. Avaliou-se a produtividade total de plantas, produtividade total de bulbos e características físico-químicas (teor de sólidos solúveis, acidez titulável e índice de pH. Os resultados obtidos permitiram verificar que as épocas de colheita influenciaram significativamente a produção e as características físico-químicas. A máxima produtividade foi obtida aos 148 e 156 dias após plantio, períodos em que se observou também aumento nas concentrações de sólidos solúveis e ácidos orgânicos no suco do alho.The harvest point for tropical garlic cultivars was determined through an experiment carried out in the Universidade Federal de Lavras, Brazil, with randomized block design, in a 4 x 5 factorial scheme, four replications, testing four cultivars: Gigante Curitibanos, Gravatá, Gigante Lavínia and Gigante Roxo and five harvesting dates: 134, 141, 148, 155 and 162 days after planting. The total yield of plant, total yield of garlic bulbs and physical-chemical characteristics (soluble acids content, titrable acidity and pH indices were determined. The harvest date influenced significantly the yield and physical-chemical characteristics: Maximum yield, soluble solids concentration, and organic acids in garlic juice were obtained when harvesting at 148 and 156 days after planting date.

  4. Ozônio como agente fitossanitário na conservação pós-colheita da batata-baroa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Helena Ribeiro

    2017-07-01

    Full Text Available Resumo Raízes de batata-baroa (Arracacia xanthorrhiza Bancroft foram imersas em água borbulhada com ozônio, para avaliar o controle de bactérias do gênero Erwinia. Além de análise visual das raízes, avaliaram-se a atividade das enzimas pectinolíticas pectinametilesterase e poligalacturonase, e as características físico-químicas (perda de massa, variação de cor, teores de açúcares e amido, durante o armazenamento. As raízes foram imersas em água ozonizada (1,52 mg L-1, por períodos de até 30 min. Em seguida, foram acondicionadas em câmara climática e avaliadas durante 10 dias. Não houve diferença visual aparente entre os tratamentos. Entretanto, raízes tratadas com ozônio por 30 min apresentaram menor atividade específica das enzimas pectinametilesterase. Houve efeito linear para açúcares solúveis totais e perda de massa, e efeito quadrático para açúcares redutores e não redutores, significativos apenas para o período de armazenamento. A imersão de raízes de batata-baroa em água borbulhada com ozônio por até 30 min não foi suficiente para o controle de bactérias do gênero Erwinia. Nas condições adotadas no trabalho, a ozonização não provoca alteração na perda de massa, no teor de amido, açúcares solúveis totais, açúcares redutores e açúcares não redutores, e na variação de cor das raízes de batata-baroa.

  5. EFEITO DA SILVICULTURA PÓS-COLHEITA NA POPULAÇÃO DE Lecythis lurida (Miers Mori EM UMA FLORESTA DE TERRA FIRME NA AMAZÔNIA BRASILEIRA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marisol Taffarel

    2014-01-01

    Full Text Available The growth rate of trees dbh > 35cm of a Lecythis lurida (Miers Mori (jarana population was evaluated in a 700ha area of natural forest after logging and applying silvicultural treatments in the municipality of Paragominas, in Pará state. Seven treatments were established: in three of them climbers were cut and competitor trees were girdled after logging; in two of them only climber cutting was performed; in oneof them the forest was logged; and one of them remained with no silvicultural intervention. The yearly diameter increment of the species was calculated from 2005 to 2009, considering also the crown shape of trees and the intensity of light on tree crown. Growth rate of Lecythis lurida was higher in T3 (only climber cutting’differing statistically from the T7 (unlogged forest. In the treatments T1, T2 and T3 where climber were cut and competitors-trees were girdled, diameter increment of the species was similar to the forest that was logged but not treated, although the trees with good shape and complete crowns receiving full light had high increment in those treatments. Therefore, one can infer that five years were not enough to conclude on the effects of the silvicultural treatments over the species growth rate.

  6. Elevada densidade de semeadura aumenta a produtividade da soja? Respostas da radiação fotossinteticamente ativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiano André Petter

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo Estudos recentes têm abordado o uso da prática da elevada densidade de semeadura na cultura da soja. Entretanto, os resultados práticos dessa técnica são divergentes. Assim, pesquisas nesse campo são importantes para elucidar os efeitos diretos dessa prática de manejo, como, por exemplo, a interferência no uso da radiação fotossinteticamente ativa (RFA. Portanto, objetivou-se com este estudo avaliar a dinâmica da RFA em diferentes densidades de cultivo na cultura da soja. Para tanto, conduziu-se um experimento a campo com delineamento em blocos casualizados com os tratamentos distribuídos em arranjo fatorial 3 × 5: três cultivares de soja RR® (P98Y12, TMG 132 e M-Soy 9056 e cinco densidades de semeadura (20, 30, 40, 50 e 60 plantas∙m–2 com quatro repetições. Foram avaliados massa seca da parte aérea, radiação fotossinteticamente ativa no dossel inferior (RFA-I e superior (RFA-S, intercepção da RFA, taxa de crescimento da cultura (TCC, taxa de crescimento relativo (TCR, taxa de assimilação líquida (TAL, eficiência de uso da radiação (EUR, coeficiente de extinção luminosa (k, índice de colheita de grãos (ICG, peso de 1.000 grãos e produtividade. Independentemente do cultivar, as densidades de 20 e 30 plantas∙m–2 proporcionaram os maiores valores de TAL, TCR, k, ICG e produtividade. Apenas o uso dos parâmetros EUR, TCC e RFA interceptada não fornece informações sólidas para predizer a eficiência do cultivo adensado na cultura da soja. As densidades de cultivo tradicionalmente utilizadas se sobrepõem às demais quanto à qualidade da RFA no dossel e produtividade da soja.

  7. Caracterização fenológica da videira cv. Itália (Vitis vinifera L. sob diferentes épocas de poda na região norte do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murakami Kátia Regina Naomi

    2002-01-01

    Full Text Available O experimento foi instalado no município de Cardoso Moreira, região Norte do Estado do Rio de Janeiro, durante o ano de 2001, com o objetivo de descrever a fenologia da videira 'Itália' e estimar a necessidade térmica em graus-dia (GD, sob diferentes épocas de poda (abril, maio, junho e julho. Avaliou-se o comportamento fenológico para os seguintes períodos: poda à gema algodão, gema algodão à brotação, brotação ao aparecimento da inflorescência, aparecimento da inflorescência ao florescimento, florescimento ao início da maturação e início da maturação à colheita. Foi determinada a soma térmica, em graus-dia, para o ciclo poda-colheita. A duração do ciclo foi de 138; 151; 150 e 157 dias para podas realizadas nos meses de abril, maio, junho e julho, respectivamente. A soma térmica necessária foi de 1727GD para poda realizada em abril, 1564GD para poda realizada em maio, 1702GD para poda realizada em junho e 1840GD para poda realizada em julho, utilizando-se de temperatura-base de 12ºC.

  8. Ação do 1-metilciclopropeno na conservação pós-colheita de manga 'Palmer' em diferentes estádios de maturação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielly Cristina Gomes da Trindade

    2015-09-01

    Full Text Available Resumo:O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de 1-metilciclopropeno (1-MCP em manga 'Palmer' (Mangifera indica, nos estádios de maturação 2 e 3, para a conservação pós-colheita do fruto durante o período de armazenamento. Foram realizados dois experimentos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. No primeiro, mangas no estádio de maturação 2 foram submetidas a diferentes doses de 1-MCP (controle, 300, 600 e 1.000 nL L-1, por 12 horas, e tempos de armazenamento refrigerado de 0, 8 e 15 dias a 14,5±2°C e 85±6% UR, seguidos de 3, 5, 7 e 9 dias a 24±2°C e 60±6% UR. No segundo experimento, mangas no estádio de maturação 3 foram submetidas aos mesmos tratamentos do primeiro, porém com aplicação de 1-MCP durante 14 horas e com armazenamento a 13±0,6°C e 87±2% UR, e 24,4±1,9°C e 47±8% UR. O uso de 1-MCP nas doses de 300 e 600 nL L-1, no estádio de maturação 2, melhora a aparência dos frutos, embora se restrinja a efeitos temporários sobre a firmeza de polpa e a degradação de amido. Nas doses de 600 e 1.000 nL L-1, no estádio de maturação 3, o 1-MCP limita a perda de firmeza e mantém a aparência comercial do fruto até o vigésimo quarto dia.

  9. Efeito de produtos alternativos para o controle do bolor verde (Penicillium digitatum em pós-colheita de citros Effect of the alternative products for control of green mold (Penicillium digitatum in post-harvest citrus fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DANIEL ANDRADE DE SIQUEIRA FRANCO

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi verificar a ocorrência de sinergismo entre misturas de produtos alternativos aos fungicidas, para o controle do bolor verde (Penicillium digitatum em pós-colheita de citros. Foram testados dez produtos individualmente e trinta e cinco combinações destes produtos dois a dois, em comparação com tiabendazole e testemunha, com e sem inoculação. Os produtos testados não apresentaram efeito de sinergismo, exceto a mistura carbonato de Na + ácido bórico. Carbonato de Na e ácido bórico controlaram a doença em 78 e 87%, respectivamente, e, utilizando a mistura, o controle foi de 93%. Destacaram-se, ainda no controle da doença, o bicarbonato de Na, metabissulfito de Na e as misturas de bicarbonato de sódio + ácido bórico, carbonato de Na + carbonato de K, carbonato de Na + sorbato de K, bicarbonato de Na + carbonato de Na, controlando 92; 77; 81; 77; 75 e 71%, respectivamente. O tiabendazole utilizado como padrão controlou totalmente a doença.The objective of this work was verify the ocurrence of synergism of mixtures for alternative products to the fungicides for the control of the green mold (Penicillium digitatum in post-harvest citrus fruits. The efficiency of ten products, tested individually, and thirty five combinations among them, in pairs, were compared to thiabendazole and control, with and without inoculation. The products didn't present a synergism effect, except the mixture sodium carbonate + boric acid, that had a disease control of 93%. The products, sodium carbonate and boric acid controled 78 and 87%, respectively. The sodium bicarbonate, sodium methabisulphite and the mixtures of sodium bicarbonate + boric acid, sodium carbonate + potassium carbonate, sodium carbonate + potassium sorbate, sodium bicarbonate + sodium carbonate had a disease control of 92%, 77%, 81%, 77%, 75% and 71%, respectively. The fungicide treatment with thiabendazole used by standard had a whole disease control.

  10. Influência do CaCl2 sobre a qualidade pós-colheita do abacaxi cv. Pérola Influence of CaCl2 on postharvest quality of cv. Pérola pineaplle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carla Marques Pinheiro

    2005-03-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a influência do cloreto de cálcio (CaCl2 sobre a qualidade pós-colheita de abacaxis cv. Pérola, armazenados sob condições simuladas de transporte marítimo (21 dias a 12±1ºC e comercialização (8 dias a temperatura ambiente, 21 ± 1ºC. O experimento foi conduzido utilizando-se parcelas constituídas de 6 frutos, obedecendo um delineamento experimental inteiramente casualizado e constituindo um fatorial 4 x 6, com 3 repetições, tendo-se quatro níveis de cloreto de cálcio (0, 1, 2 e 3% e seis épocas de análise (0, 21, 23, 25, 27 e 29 dias de armazenamento. Observou-se que a imersão em solução de cloreto de cálcio a 3% promoveu diminuição no índice de escurecimento interno, na área afetada e na intensidade do escurecimento interno, além de determinar uma maior perda de massa e diminuição aparente na solubilização de substâncias pécticas. O cloreto de cálcio, independente do nível, foi efetivo na manutenção da firmeza, embora não tenha afetado significativamente as variáveis pH, acidez titulável, açúcares solúveis totais e pectina total.The goal of this work was to evaluate the influence of the calcium chloride (CaCl2 on the quality of 'Pérola' pineapples, stored under simulated conditions of sea transport (21 days at 12+ 1ºC and marketing (8 days at room temperature, 21 + 1ºC. The experiment was carried out in a completely randomly design. A factorial 4 X 6 (4 levels of calcium chloride: 0, 1, 2 and 3% and six periods of analysis: 0, 21, 23, 25, 27 and 29 days of storage with 3 replicates and six fruits per parcel. The immersion in solution of calcium chloride at 3% promoted decreasing apparent in internal breakdown index, affected area and intensity of internal breakdown, as well as promoted higher mass loss and decreasing in pectic substances solubilization. The calcium chloride, despite the level, was effective in maintaining the firmness, although have not affected significantly

  11. Conservação pós-colheita de melão Charentais tratado com 1-MCP e armazenado sob refrigeração e atmosfera modificada Postharvest conservation of charentais melons treated with 1-MCP and stored under refrigeration and modified atmosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pahlevi A de Souza

    2008-12-01

    Full Text Available Objetivando avaliar a vida útil pós-colheita de melão tipo Charentais (Cucumis melo L. sob refrigeração, tratados com 1-MCP e associado ou não a atmosfera modificada (AM, foram conduzidos dois experimentos em laboratório da Embrapa Agroindústria Tropical, Fortaleza-CE. Os frutos foram provenientes da Agroindústria Nolem Comercial Importadora e Exportadora Ltda, localizada no Agropólo Mossoró Açu-RN. Os frutos foram tratados com 300 e 600 ppb de 1-MCP, em seguida, metade desses frutos foram embalados em filmes plásticos, mantendo-se frutos embalados sem aplicação de 1-MCP nas mesmas condições de armazenamento dos demais. Os melões foram armazenados por 21 dias sendo 14 dias (9±1ºC e 87±5% UR + 7 dias (22±2ºC e 70±5% UR. Em função da aparência externa, a vida útil pós-colheita dos frutos armazenados sob atmosfera modificada, com ou sem tratamento inicial de 1-MCP foi de 21 dias, enquanto que dos frutos tratados inicialmente apenas com 1-MCP foi de 19 dias. A aplicação do 1-MCP proporcionou redução na atividade respiratória e na produção de etileno, e maior retenção da firmeza da polpa, menor perda de massa e melhor aparência externa quando associado a atmosfera modificada. A atmosfera modificada, isoladamente, foi eficiente em reduzir a perda de massa e manter melhor aparência externa.Aiming to evaluate the postharvest shelf life of Charentais melon (Cucumis melo L. stored under refrigeration, the fruits were treated with 1-MCP, associated or not with modified atmosphere (MAP. Two experiments were carried out at the laboratory of Embrapa Agroindústria Tropical in Fortaleza, Brazil, analyzing the chemical and physic quality characteristics. The fruits were obtained at the Agroindústria Nolem Comercial Importadora e Exportadora Ltda, located in Mossoró Açu, Brazil. The fruits were treated with 300 and 600 nL L-1 of 1-MCP, half of those were wrapped in plastic films, which were wrapped without the use of 1

  12. Comportamento sexual, parâmetros seminais e fertilidade do sêmen congelado de jumentos (Equus asinus) da raça Pêga

    OpenAIRE

    Canisso, Igor Frederico

    2008-01-01

    Esta dissertação compreende quatro experimentos. Experimento1: Este estudo descreve algumas características do comportamento sexual de jumentos quando uma égua em estro foi usada para a coleta de sêmen. Foram usados neste estudo seis jumentos (J: 1, 2, 3, 4, 5, 6) da raça Pêga, com idade variando de 3,5 a 16 anos e pesando de 230 a 330 kg. Os animais foram previamente condicionados em um haras comercial de produção de muares localizado em Guaraciaba, Minas Gerais, Brasil. Para a colheita de s...

  13. Armazenamento refrigerado da uva de mesa 'Romana' (A1105) cultivada sob cobertura plástica Cold storage of 'Romana' (A1105) table grape cultivated under plastic cover

    OpenAIRE

    Jorge Lulu; Josalba V. Castro; Mário J. Pedro Júnior

    2005-01-01

    A videira é uma das principais fruteiras cultivadas em todo o mundo e atualmente a preferência por uvas do tipo "sem sementes" ou "apirênicas" vem aumentando gradativamente no mercado interno brasileiro. A cultivar 'Romana' (A1105) tem mostrado grande potencial como nova alternativa de uva de mesa apirênica na região de Jundiaí - SP. No entanto, a qualidade dos cachos tem sido afetada pela ocorrência de chuvas na época da colheita, propiciando a incidência de rachaduras nas bagas ("cracking")...

  14. CONTROLE EM PÓS-EMERGÊNCIA DE PLANTAS DANINHAS POR HERBICIDAS UTILIZADOS NA CULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR

    OpenAIRE

    SILVA, PAULO VINICIUS DA; MONQUERO, PATRÍCIA ANDREA; MUNHOZ, WILLIAM SANCHES

    2015-01-01

    RESUMO: A implantação do sistema de colheita mecanizada de cana-de-açúcar resultou em alterações no sistema produtivo, dentre elas a modificação da flora infestante, haja vista a promoção do surgimento de espécies de plantas daninhas que antes não eram recorrentes nos canaviais. Diante do exposto, o presente trabalho teve como objetivo determinar curvas de dose resposta dos herbicidas amicarbazone, saflufenacil, mesotrione e sulfentrazone em pós-emergência no controle das plantas daninhas Mer...

  15. Influência do manejo do solo na conservação, qualidade sensorial, teor de nutrientes e incidência de fitopatias e fisiopatias pós-colheita de pêssegos cv. Cerrito Soil management effects in respect to conservation and sensorial quality, nutrients levels and incidence of rot and physiological disorders of peaches in post harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOS ROBERTO MARTINS

    2002-08-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito do manejo do solo mantido com cobertura vegetal, na linha de plantio, na qualidade pós-colheita de pêssegos cv. Cerrito durante o armazenamento refrigerado. Os tratamentos constaram de frutas colhidas em pomares com solo com cobertura vegetal (aveia e com cultivo tradicional (sem cobertura, em três estádios de maturação. O armazenamento foi feito em câmara fria a 0ºC e umidade relativa do ar acima de 90%. As avaliações da presença de fisiopatias e fitopatias, análise sensorial e análise de nutrientes foram feitas na colheita e após 6; 12 e 18 dias de armazenamento, mais três dias de simulação de comercialização. A análise sensorial demonstrou que as frutas colhidas em pomares com manejo do solo com cobertura vegetal apresentaram aparência, aroma, qualidade e sabor ao final do período de armazenamento superior às frutas de cultivo tradicional. Os atributos aceitação comercial e desidratação não apresentaram diferenças significativas. A coloração demonstrou ser superior em pêssegos provenientes de pomar com manejo do solo tradicional. A análise de nutrientes demonstrou maior conteúdo de N, Ca e B em frutas provenientes de pomar com manejo do solo com cobertura vegetal.The effect of soil management, with mulching on the planting line on the quality of post harvest of peaches, cv. Cerrito, during cold storage was studied. The treatments were consisted by fruits harvested on orchards with mulching (oat and without mulching (traditional cultivation on three stages of maturation. The storage was performed at temperature 0º C and above 90% of air humidity. The presence of physiological disorders and rot evaluations, sensorial analysis and analysis of nutrients were performed at harvest and after 6, 12 and 18 days of storage, plus three days of commercialization simulation. The sensorial analysis showed that the fruits harvested on orchard management soil with mulching presented, on the final of

  16. Influência do manejo do solo na conservação e na qualidade pós-colheita de pêssegos cv. Cerrito Soil management effects in respect to conservation and to quality post harvest of peaches variety Cerrito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARLOS ROBERTO MARTINS

    2002-08-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito do manejo do solo, mantido com cobertura vegetal, na linha de plantio, na qualidade pós-colheita de pêssegos cv. Cerrito durante o armazenamento refrigerado. Os tratamentos constaram de frutas colhidas em pomares com solo com cobertura vegetal (aveia e com cultivo tradicional (sem cobertura em três estádios de maturação. O armazenamento foi a 0ºC e umidade relativa do ar acima de 90%. As avaliações de firmeza, acidez (ATT, sólido solúvel total (SST e coloração foram feitas na colheita e após 6; 12 e 18 dias de armazenamento, mais 3 dias de simulação de comercialização. As frutas colhidas em pomares com solo com cobertura vegetal apresentaram maiores firmezas que as do cultivo tradicional. O teor de SST foi maior em pêssegos produzidos em pomares com manejo do solo tradicional. Já a acidez e a relação SST/ATT não foi influenciada pelo manejo do solo. Os pêssegos produzidos em pomar com aveia apresentaram predomínio da coloração mais esverdeada no início do armazenamento.The effect of soil management, with mulching on the planting line, on the quality of post-harvest of peaches cv. Cerrito during cold storage was studied. The treatments were consisted by fruits harvested on orchards with mulching (oats and without mulching (traditional cultivation on three stages of maturation. The storage was performed at temperature 0º C and above 90% of air humidity. Evaluations of firmness, acidity (TTA, total soluble solid (TSS and coloration, were performed at harvest and after 6, 12 and 18 days of storage, plus 3 days of commercialization simulation. The fruits harvested on orchards with mulching presented a larger firmness than the others. The percentage of TSS was larger in peaches produced in the orchards with traditional cultivation. The management of the soil didn't influenced the relation TSS/TTA and acidity. The peaches produced in the orchard with mulching of oat presented prevalence of the greenish

  17. Teor e composição do óleo essencial de inflorescências e folhas de Lavandula dentata L. em diferentes estádios de desenvolvimento floral e épocas de colheita Yield and composition of essential oil from inflorescences and leaves of lavender (Lavandula dentata L. in different flower development stages and harvest times

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A.M. Masetto

    2011-01-01

    Full Text Available O óleo essencial de Lavandula dentata L. possui importância econômica devido à utilização nas indústrias farmacêutica, cosmética e de higiene pessoal. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o teor e a composição do óleo essencial de inflorescências e folhas de lavanda em diferentes estádios de desenvolvimento. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 3, sendo três estádios de desenvolvimento floral (botão, pré-antese/antese e senescente e duas épocas de colheita (janeiro e abril, com cinco repetições. As amostras de óleo essencial foram obtidas por hidrodestilação, sendo os constituintes analisados por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG/EM. Houve interação entre os fatores épocas de colheita e desenvolvimento floral no teor de óleo essencial das inflorescências, sendo observada média superior em botões florais colhidos em janeiro. Os estádios de desenvolvimento não alteraram o teor do óleo essencial das folhas. Os estádios de desenvolvimento influenciaram nos teores dos constituintes dos óleos essenciais das inflorescências e folhas. No óleo essencial em estádio de flor senescente da colheita de abril, observou-se teor elevado de 1,8-cineol, enquanto nos demais estádios de desenvolvimento os teores foram menores em ambas as épocas de colheita. Teores elevados de cânfora foram observados nos estádios de pré-antese/antese e senescente, na colheita de janeiro. O óleo essencial das folhas apresentou teor superior de 1,8-cineol em ramos com flores em estádio de pré-antese/antese. Os teores de cânfora e fenchona foram superiores em ramos contendo botões. O óleo essencial das folhas de ramos com botões e flores senescentes apresentou teor superior de linalol em relação ao óleo essencial das inflorescências.The essential oil of Lavandula dentata L. has economic importance due to its utilization by pharmaceutical

  18. Efeito dos compostos naturais bioativos na conservação pós-colheita de frutos de mangueira cv. Tommy Atkins Effects of bioactive natural compounds on the postharvest conservation of mango fruits cv. Tommy Atkins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Julia da Silva Cruz

    2010-04-01

    Full Text Available A antracnose causa severos danos na pós-colheita de manga. Como o controle químico tem demonstrado desvantagens, o potencial uso de óleos essenciais para o controle de fitopatógenos tem sido uma alternativa. Neste trabalho, objetvou-se avaliar a eficácia de produtos alternativos no controle da antracnose e na conservação de mangas (Mangifera indica cv. Tommy Atkins tratado com bicarbonato de sódio diluído em água destilada, na concentração de 3% (v/v, via imersão. Como tratamento, foram utilizados os óleos essenciais de Origanum majorana, Citrus sinensis, Cymbopogon citratus e Eucalyptus citriodora, via fumigação, na dosagem de 1000 μL e água destilada via fumigação; todos por 3 minutos. Frutos da Unidade CEASA-Maringá/PR, selecionados, pesados em balança semianalítica, desinfetados em imersão por 3 minutos em solução de hipoclorito de sódio a 0,5% (v/v; foram submetidos aos tratamentos, permanecendo sob condições ambientes (26 ± 2ºC e UR 90 ± 5%. Exceto o tratamento com Citrus sinensis, que proporcionou um pH maior do que a testemunha, diferindo significativamente dos demais tratamentos que elevaram a variável. A redução da acidez em todos os tratamentos e aumentos dos sólidos solúveis totais nos frutos, sendo que o tratamento com bicarbonato de sódio proporcionou 14,42 ºBrix. O número de frutos com antracnose foi menor no tratamento com Citrus sinensis e este diferiu dos demais comprovando o efeito de espécies do gênero Citrus como antifúngicos. O uso de óleos essenciais como o de Citrus sinensis controlou a antracnose e manteve a qualidade dos frutos.The anthracnose causes severe damages to the mango post-harvest. As chemical control has shown disadvantages, the potential of use of essential oils has been an alternative for the phytopathogen control. The objective of the present work was to evaluate the efficacy of alternative products in the anthracnose control and in the conservation of mangos

  19. Efeitos colaterais do uso da ribavirina, prednisona e DMSO em cães naturalmente infectados pelo vírus da cinomose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone H. Mangia

    2014-05-01

    Full Text Available O estudo tem o objetivo de identificar efeitos indesejáveis da ribavirina, prednisona e DMSO em cães naturalmente infectados com o vírus da cinomose. Foram utilizados 60 cães apresentando quadro neurológico da cinomose com evolução de 10 dias. Os animais foram internados e receberam tratamento de suporte; foram avaliados diariamente e realizados hemograma, dosagem bioquímica e exame de urina tipo I. Os grupos 1 e 2 foram tratados com ribavirina e sua associação com DMSO; os grupos 3 e 4 com DMSO e prednisona e o grupos 5 com ribavirina e prednisona e o grupo 6 com ribavirina, prednisona e DMSO. Os animais foram anestesiados para a colheita de líquor, medula óssea e sangue, antes do tratamento para diagnóstico através da RT-PCR. As amostras negativas foram analisadas pela técnica de hn-PCR. Todos os animais apresentaram resultado positivo em pelo menos uma das duas reações. O efeito adverso da ribavirina e a sua associação com a prednisona foi a anemia hemolítica, que foi confirmada pela observação de bilirrubina na urina apenas dos cães tratados com ribavirina.

  20. Qualidade pós-colheita de nêsperas submetidas ao armazenamento sob baixa temperatura e atmosfera modificada Postharvest quality of loquat stored at a low temperature and modified atmosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacinta Tavares de Campos

    2007-06-01

    íveis de açúcares solúveis, fundamentais para o desenvolvimento do sabor do fruto. A combinação da embalagem com baixas temperaturas e a presença de sachês absorvedores de etileno pode constituir uma estratégia viável para o armazenamento da nêspera, estendendo significativamente a pós-colheita.The short shelf-life of loquat (Eryobotria japonica Lindl. fruit is one of the factors that results in the final price of this fruit hindering the increase of its production and popularization. The investment in storage strategies represents a contribution for the loquat market. The aim of this work is to present a low cost alternative to extend the storage time for this fruit. Mature loquat fruit (Eryobotria japonica Lindl. cv Precoce de Itaquera were conditioned in trays of polystyrene terephthalate and wrapped with 14 µm polyvinyl chloride film. The fruits were stored at different temperatures (18 and 6 °C in the presence or absence of potassium permanganate sachets for ethylene removal. During the storage time, the fruit was periodically analyzed for ethylene production and respiration. Afterwards, it was peeled and the endocarp frozen after removing the seeds. The fruit was monitored for loss of fresh weight and the glucose, fructose, sucrose and sorbitol content were analyzed by HPAEC-PAD during the storage period. The ethylene production in the groups stored in the presence of sachets was significantly smaller in comparison to the other groups, regardless of the storage temperature. Respiration showed dependence of the temperature, and was smaller in the fruit stored at 6 °C, regardless of the presence of sachets. The soluble sugar levels presented fluctuations during the storage period at a low temperature, but without significant alterations in relation to the initial content, except for the sorbitol that presented an increase. The effects of storage at a low temperature combined with the presence of ethylene absorbing sachets on respiration and ethylene

  1. Desempenho do cafeeiro Icatu vermelho sob ação de biorregulador aplicado em fases reprodutivas da cultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nídia Raquel Costa

    2010-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito do biorregulador Stimulate® aplicado em diferentes fases da cultura do cafeeiro durante seu ciclo reprodutivo, foi instalado o experimento em uma propriedade comercial localizada no município de Garça - SP, com plantio de café da variedade Icatu vermelho, com idade de 4 anos e espaçamento 4 x 2 m. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 4 repetições, 10 plantas por parcela e 13 tratamentos. Foram marcados 4 ramos plagiotrópicos, de maneira aleatória em 5 plantas, no terço mediano das mesmas, para se proceder as avaliações desejáveis, desde o florescimento até a colheita do café. A aplicação de Stimulate® via foliar durante diferentes fases fenológicas do desenvolvimento reprodutivo do cafeeiro foi promissor para elevar parâmetros qualitativos e quantitativos, como porcentagem de pegamento de frutos após o florescimento, garantindo maior fixação até seu completo desenvolvimento; maior produção de nós nos ramos plagiotrópicos; maior crescimento de frutos e sementes; elevação da produtividade da cultura, além de alterar a maturação dos frutos, acelerando este processo com possibilidade de antecipação da colheita, com maior proporção de frutos tipo cereja, ideal para proporcionar melhor qualidade do café.

  2. Uso da técnica de confusão sexual no manejo populacional de Cryptoblabes gnidiella (Lepidoptera: Pyralidae em videira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eudes de Morais Oliveira

    2014-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da técnica de confusão sexual, com o feromônio sexual sintético composto (Z-11-hexadecenal (Z11-16: Ald a 1,8% e (Z-13-octadecenal (Z13-18: Ald a 1,8%, no controle da população de traça-dos-cachos, Cryptoblabes gnidiella (Lepidoptera: Pyralidae, em cultivares de videiras (Vitis vinifera destinadas à produção de vinhos. Os experimentos foram realizados em duas localidades na região do Vale do São Francisco, em áreas comerciais de produção de uva para processamento, com as cultivares Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Tempranillo e Chenin Blanc. Os tratamentos avaliados foram os seguintes: confusão sexual com uso de liberadores Splat ("specialized pheromone and lure application technology", aplicados com pistola manual a 500 pontos por hectare (2 g por ponto; e testemunha sem aplicação. O efeito da técnica sobre os adultos de C. gnidiella foi avaliado com uso de armadilha tipo Delta, iscada em um septo com 2 g de feromônio sintético da mesma formulação. Os danos nos cachos foram avaliados à colheita. O uso da técnica de confusão sexual reduziu a captura de adultos de C. gnidiella em mais de 59% na 'Tempranillo', 68% na 'Chenin Blanc', 80% na 'Cabernet Sauvignon' e 97% na 'Petit Verdot'. À época da colheita, os danos nos frutos foram reduzidos de 65 a 100% nas áreas tratadas. O feromônio sexual sintético é eficaz para reduzir o acasalamento de C. gnidiella em vinhedos, com o uso da técnica de confusão sexual.

  3. Contenção farmacológica do gato-do-mato-pequeno, Leopardus tigrinus, para colheita de sêmen, pela associação de tiletamina zolazepam e xilazina Chemical restraint of tigrinas, Leopardus tigrinus, for semen collection with allometrically scaled doses of tiletamine, zolazepam, and xylazine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio C. Juvenal

    2008-11-01

    Full Text Available Foram avaliados os efeitos anestésicos da associação de cloridrato de tiletamina, cloridrato de zolazepam e cloridrato de xilazina para contenção farmacológica de gatos-do-mato-pequenos, Leopardus tigrinus Schreber, 1775 (Felidae, submetidos à colheita de sêmen por eletroejaculação. Formularam-se três diferentes protocolos, sendo as doses calculadas individualmente, por meio de extrapolação alométrica interespecífica, com base nas indicações posológicas usuais para o cão doméstico com massa de 10,0 kg. No Protocolo 1 (n=10 a base para o cálculo alométrico foi 5,0mg/kg para tiletamina + zolazepam e 0,5mg/kg para xilazina; no Protocolo 2 (n=12, foi 5,0mg/kg para tiletamina + zolazepam e 0,75mg/kg para xilazina; e no Protocolo 3 (n=11, foi 5,0mg/ kg para tiletamina + zolazepam e 1,0mg/kg para xilazina. Os animais foram anestesiados em três ocasiões, com intervalo mínimo de 30 dias. Após a administração dos fármacos, monitorizaram-se durante 120 minutos freqüência cardíaca, freqüência respiratória, temperatura retal, miorrelaxamento e nocicepção. Também foram avaliados período de latência, período anestésico hábil e contaminação do ejaculado por urina. De um total de 32 colheitas, houve contaminação por urina em 10 colheitas (31,2% e em 18 alíquotas (0,07%, as quais foram desprezadas, não inviabilizando a análise e o processamento do sêmen. Observou-se pequeno aumento da temperatura retal durante a eletroejaculação, justificado pela contração muscular, ocorrendo redução da temperatura após o procedimento. As freqüências cardíaca e respiratória oscilaram durante o experimento, porém se mantiveram dentro dos padrões fisiológicos para a espécie. Nos três protocolos analisados não houve diferença significativa de sensibilidade de membros torácicos entre momentos antes e durante a eletroejaculação (pe"0,10, caracterizando assim a eficácia dos protocolos em propiciar analgesia e

  4. Qualidade pós-colheita de pomelos (Citrus paradisi Macf. produzidos em plantações iniciais no estado do Ceará, Brasil Postharvest quality of grapefruit (Citrus paradisi Macf. produced from initial plantings in Ceará state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Ligia de Castro Machado

    2011-12-01

    Full Text Available O estado do Ceará, nordeste do Brasil, vem ganhando atenção como o mais emergente Estado produtor de frutos no país. Citros, incluindo pomelos, tradicionalmente cultivados no sul, vem sendo plantados no Estado. No entanto, ainda não existem informações sobre qualidade de pomelos cultivados localmente. Este estudo objetivou examinar a qualidade pós-colheita de pomelos 'Star Ruby' e 'Ruby Red' quanto ao tamanho e forma, coloração da polpa, espessura da casca, rendimento do suco, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, pH, relação SS/AT e níveis de ácido ascórbico na colheita e após 15 dias de armazenamento. Um segundo lote de frutos foi examinado quanto a perda de massa e coloração externa. Os resultados sugerem que os pomelos apresentam bom tamanho e forma, com coloração externa alaranjada e interna avermelhada e espessura da casca apropriada. Frutos apresentaram um bom rendimento de suco, rico em ácido ascórbico, e com valores de SS, AT e pH comparáveis aos reportados para frutos cultivados em áreas tradicionais do país. A relação SS/AT encontra-se acima do mínimo necessário para um bom sabor. A coloração da casca variou de amarelado a alaranjado. Perda de massa aumentou, enquanto o ângulo de cor hue decresceu, seguindo o mesmo padrão para as duas variedades.Ceará state, northeast Brazil, is gaining attention as the most significant emerging fruit production region in the country. Citrus, including grapefruit, traditionally cultivated in the south, was recently implanted. However, data on postharvest quality of grapefruit grown under local conditions are nonexistent. A study was designed to examine postharvest quality of locally grown 'Star Ruby' and 'Ruby Red' grapefruits. Fruits were assessed for size and shape, pulp color, peel thickness, juice content, soluble solids (SS, titratable acidity (TA, pH, SS/TA ratio, and ascorbic acid at harvest and at the fifteenth day of storage. A second set of fruits

  5. Longevidade pós-colheita de alpínia [Alpinia purpurata (Vieill. K. Schum.] tratada com soluções de sacarose e extratos aquosos naturais Postharvest longevity of red ginger [Alpinia purpurata (Vieill. K. Schum.] treated with sucrose solutions and natural water extracts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.L.S. Sant'Anna

    2010-09-01

    Full Text Available A alpínia (Alpinia purpurata é uma planta tropical encontrada em diversas regiões do Brasil com excelente potencial para a comercialização como flor de corte. Entretanto, a senescência das hastes pela exaustão da sacarose é um dos principais fatores que afetam a durabilidade comercial, sendo suprimida através da adição de sacarose nas soluções de pulsing. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito de extratos aquosos de estévia (Stevia rebaudiana, anis estrelado (Illicium verum e sacarose em solução de pulsing na manutenção da qualidade pós-colheita de inflorescências de alpínia. Hastes florais uniformizadas em tamanho foram submetidas à solução de pulsing, por 12 horas, nas concentrações de 0,5; 1,0; 2,0 e 3,0%, tendo água destilada como controle. A melhor qualidade comercial das inflorescências foi obtida quando as hastes foram colocadas em pulsing em extratos de anis estrelado e estévia 1% e em solução de sacarose 2%, não apresentando diferença estatística entre si. A longevidade total das hastes não foi influenciada pelos tratamentos. A solução de sacarose pode ser substituída pelos extratos das plantas medicinais estudadas, na conservação pós-colheita de inflorescências de alpínia.Red ginger (Alpinia purpurata is a tropical plant found in several Brazilian regions with excellent potential for commercialization as cut flower. However, the senescence of flower stems due to the exhaustion of sucrose is a major factor that affects commercial durability and is suppressed through addition of sucrose in pulsing solutions. The aim of this work was to evaluate the effect of water extracts from stevia (Stevia rebaudiana, star anise (Illicium verum and sucrose in pulsing solution on the postharvest quality maintenance of red ginger inflorescences. Flower stems of uniform size were subjected to the pulsing solution for 12h at 0.5, 1.0, 2.0 and 3.0% concentrations, with distilled water as control. The best

  6. Longevidade de inflorescências de lírio, de diferentes estádios de colheita, pré-tratadas com sacarose e tiossulfato de prata (STS Longevity of lilly inflorescences harvested at different stages of development and pulsed with sucrose and silver thiosulfate (STS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Geraldo Barbosa

    2006-02-01

    Full Text Available A senescência é provocada por mudanças fisiológicas e bioquímicas como degradação do amido e clorofila, aumento da respiração e produção de etileno. O tratamento de flores cortadas com STS constitui uma das formas de inibir a produção ou ação do fitormônio. Para avaliar os efeitos do STS, em combinação ou não com sacarose, aplicado em solução de condicionamento, sobre a longevidade e a qualidade de inflorescências cortadas de lírio, variedade Ace, hastes com 3 botões de diferentes idades, foram tratadas com solução de sacarose 5% por 12 horas; solução de STS 1mM por 15 minutos; solução de STS (15 minutos + solução de sacarose por 12 horas e controle (água destilada. Foram avaliados: comprimento e abertura dos botões, teor relativo de água e teor de clorofila na folha e longevidade. A longevidade das inflorescências de lírio, variedade Ace, é influenciada pelos estádios de colheita, obtendo-se maior longevidade no estádio mais jovem, A. Inflorescências colhidas no estádio A apresentam maior diâmetro quando pré-tratadas com STS; todavia, este tratamento compromete a abertura dos botões e a qualidade das flores. A sacarose possibilita a abertura dos botões colhidos no estádio A e aumento da vida útil da flor. Assim, o uso de solução de sacarose, na concentração de 5% permite a colheita de inflorecências de lírio em estádio prematuro, obtendo-se maior vida de vaso da flor cortada.Flower senescence is triggered by physiological changes including degradation of starch and chlorophyll, increase in respiration and ethylene production. Pulsing of cut flowers with STS is one efficient way to inhibit ethylene action and production. To evaluate the effects of STS combined or not with sucrose on flower longevity and quality, lily inflorescences cv. Ace were pulsed with 5% sucrose for 12 hours, 1mM STS for 15 minutes, STS + sucrose and control (distilled water in inflorescences harvested with three bud

  7. Identificação pré-colheita do risco de ocorrência de "bitter pit" em maçãs 'gala' por meio de infiltração com magnésio e análise dos teores de cálcio e nitrogênio nos frutos Preharvest identification of bitter pit risk in 'gala' apples by fruit infiltration with magnesium and analysis of fruit contents of calcium and nitrogen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2010-03-01

    Full Text Available O "bitter pit" é um distúrbio fisiológico pós-colheita em maçãs, ocasionado pela deficiência de Ca e agravado pela presença de elevados níveis de Mg, N e K nos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade prática da infiltração de maçãs 'Gala' com Mg, visando a avaliar, em pré-colheita, o risco de ocorrência de "bitter pit" durante o armazenamento refrigerado, bem como a identificar os atributos minerais do fruto associados à ocorrência do distúrbio. Em 50 talhões de pomares localizados no município de Fraiburgo-SC, foram coletadas amostras de 25 frutos / talhão, cerca de 20 dias antes do início da colheita comercial, sendo os mesmos infiltrados a vácuo com Mg e avaliados quanto à incidência (% e severidade (manchas / fruto de "bitter pit". Nos mesmos talhões, na maturação comercial, foram coletadas amostras de 120 frutos / talhão, sendo que 100 frutos foram armazenados em câmara fria convencional durante quatro meses (0 ± 0,5ºC e 90-95% UR, e 20 frutos foram utilizados para a análise mineral (teores de Ca, Mg, K e N. Cinco dias após a remoção da câmara fria, os frutos foram avaliados quanto à incidência (% e severidade (manchas / fruto de "bitter pit". Houve correlação linear altamente significativa (r² = 0,69; pBitter pit is a postharvest physiological disorder in apples, related to Ca deficiency, and aggravated by high levels of Mg, N, and K in the fruits. This work was carried out to assess the practical viability of 'Gala' apples infiltration with Mg, for preharvest identification of bitter pit risk during cold storage, as well as, to identify the mineral attributes associated with the occurrence of the disorder. Fruits were sampled in 50 plots of apple orchards located in Fraiburgo, SC (Southern Brazil. Samples of 25 fruits / plot were harvested about 20 days before commercial harvesting, and then vacuum infiltrated with Mg and assessed for incidence (% and severity (pits / fruit of

  8. Crescimento e produção de primeiro ciclo da bananeira 'Prata Anã' (AAB em sete espaçamentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PEREIRA MARLON CRISTIAN TOLEDO

    2000-01-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo verificar o comportamento da bananeira (Musa spp. 'Prata Anã' no primeiro ciclo de produção na localidade de Jaíba, MG, submetida a sete espaçamentos, com irrigação. Os tratamentos foram: triângulo: 2,7 m x 3,2 m (1.157 covas/ha e 2,9 m x 3,4 m (1.014 covas/ha; fileira dupla em triângulo: 4,5 m x 2,0 m x 3,0 m (1.026 covas/ha e 4,5 m x 2,0 m x 2,0 m (1.538 covas/ha; fileira dupla em retângulo: 4,5 m x 2,0 m x 3,5 m (879 covas/ha; e retângulo: 4,0 m x 2,0 m (1.250 covas/ha e 3,0 m x 2,0 m (1.666 covas/ha. Os sistemas de espaçamento e as densidades populacionais testados não alteraram as taxas de crescimento das plantas nem suas características na época da colheita. Entretanto, as bananeiras plantadas em maiores densidades apresentaram maior produtividade, atingindo até 29,1 t/ha. As plantas apresentaram, em média, ciclo do plantio à colheita de 411 dias, ciclo do florescimento à colheita de 141 dias, e cachos com 17,7 kg, 9,1 pencas e 134 frutos. Para o primeiro ciclo de produção, o espaçamento mais apropriado foi de 3,0 m x 2,0 m, em retângulo, para a região de Jaíba.

  9. Produção e qualidade de sementes do capim-mombaça em função da adubação nitrogenada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Weber do Canto

    2012-01-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi avaliar os componentes da produção de sementes, a produtividade de sementes aparentes e puras e a qualidade de sementes do capim-mombaça (Panicum maximum, Jacq. cv. Mombaça, adubado com quatro doses de nitrogênio (0, 50, 100 e 150 kg ha-1. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. As variáveis analisadas foram os números de perfilhos vegetativos e com panículas, números de sementes por panícula e por área, índice de colheita, massa de mil sementes puras e a germinação de sementes. Houve efeito linear da dose de nitrogênio sobre o número de perfilhos com panículas, nos números de sementes aparentes e puras por panícula e por área, nas produtividades de sementes aparentes, puras e puras viáveis e sobre o índice de colheita. Na maior dose de N aplicada, a produtividade de sementes aparentes foi de 73 kg ha-1 e de sementes puras igual a 34 kg ha-1. Correlações significativas foram obtidas entre produtividade de sementes aparentes e puras, com a massa de perfilho com panícula, número de perfilhos com panícula, número de sementes aparentes e puras, por panícula e por área, com a matéria seca ha-1 e com o índice de colheita. A massa de mil sementes puras e a germinação de sementes não foi influenciada pela adubação nitrogenada.

  10. Harvest season influences on the quality of tomato grown in alternative systems / Influência das épocas de colheita na qualidade de tomate cultivado em sistemas alternativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Marta Evangelista

    2009-03-01

    Full Text Available On tomato production in Brazil, around two/thirties is designated to consume “in nature”. Thus, the skin aspect and its quality became an important factor on buying decision. Tomato presents high mass of water, and its quality depends on temperature and humidity variation. Water loss brings weight and fruit aspect loss, affecting the quality. This work aimed to verify the influence of harvest season on the fruit quality grown in alternative, organic and biodynamic systems. It was evaluated tomato quality characteristics, including mass loss, texture, pH, titratable acidity, soluble solids. The cycle stage of the tomato plant interferes on fruit quality. The third, fourth and fifth harvests were those which showed the highest values to quality parameters, with more fresh mass fruit. The sixth harvest showed fruits with high total soluble solids and sugar contents. On the evaluation of mass loss on the three harvest seasons, it was observed that on the first harvest there was a smaller loss. The period of harvest cycle interferes on the time of storage, and fruitd harvested on the first have more conservation time in relation to the other onesNa produção de tomate no Brasil, aproximadamente dois terços são destinados ao consumo “in natura”. Assim, o aspecto externo e a sua qualidade tornam-se um fator importante na decisão de compra. O tomate apresenta elevado conteúdo de água, estando sujeito às variações de temperatura e umidade relativa do ambiente onde se encontra. A perda de água ocasiona perda de peso e aparência do fruto, afetando a qualidade. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência das épocas de colheita na qualidade de frutos de tomateiro cultivados em sistemas alternativos, orgânico e biodinâmico. Foram avaliadas características de qualidade dos frutos de tomate, que incluíram perda de massa, textura, pH, sólidos solúveis, acidez titulável e açúcares redutores. O estádio do ciclo do tomateiro

  11. Atraso no amadurecimento de atemoia cv. African Pride após tratamento pós-colheita com 1-metilciclopropeno Delay in ripening of African Pride atemoya fruits after postharvest treatment with 1-methylcyclopropene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Auxiliadora Coêlho de Lima

    2010-09-01

    Full Text Available Atemoias cv. African Pride foram colhidas na maturidade fisiológica com o objetivo de avaliar a influência da aplicação de 1-metilciclopropeno (1-MCP sobre a maturação pós-colheita. Foram testados: doses de 1-MCP (0, 100, 200 e 400 nL.L-1; e tempo de armazenamento (0, 8 e 15 dias sob refrigeração, a 14,5 ± 2,0 ºC e 60 ± 6% de UR, seguidos de 2, 4 e 5 dias a 23,8 ± 2,0 ºC e 65 ± 5% UR. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em fatorial 4x 6 (dose de 1-MCPx tempo de armazenamento e quatro repetições. Apesar da interação estatisticamente significativa entre os fatores sobre a perda de massa, as diferenças entre tratamentos em cada avaliação não foram superiores a 1,3%. Os frutos tratados apresentaram-se mais firmes, com acidez titulável ligeiramente maior e atraso inicial no acúmulo de sólidos solúveis. A redução no conteúdo de pectina somente foi observada a partir do 15º dia, quando já havia ocorrido a maior taxa de amaciamento. A aparência também foi preservada pelo 1-MCP, verificando-se, nos frutos tratados, ausência de manchas e/ou microrganismos até o 17º dia. A dose de 200 nL.L-1 foi a mais eficiente, pois atrasou a perda de firmeza e manteve o teor de pectina ligeiramente maior.Atemoya fruits (cv. African Pride were harvested at physiological maturity stage with the objective of evaluating the influence of 1-methylcyclopropene (1-MCP application on postharvest maturation. The following parameters were analyzed: 1-MCP doses (0, 100, 200 and 400 nL.L-1 and time of storage (0, 8 and 15 days under refrigeration, at 14.5 ± 2.0 ºC and 60 ± 6% RH, followed by 2, 4, and 5 days at 23.8 ± 2.0 ºC and 65 ± 5% RH. The experimental design was completely randomized, in a 4x 5 (dose of 1-MCPx time of storage factorial with four replications. Besides the statistically significant interaction between the factors on weight loss, the differences among the treatments in each evaluation were not

  12. Atmosfera modificada e refrigeração para conservação pós-colheita de uva 'Niagara Rosada' Modified atmosphere and cold storage for postharvest conservation of 'Niagara Rosada' table grape

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Cia

    2010-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da atmosfera modificada na conservação pós-colheita da uva 'Niagara Rosada' armazenada sob refrigeração, em dois experimentos. No primeiro experimento avaliou-se o acondicionamento de cachos nas seguintes embalagens: papelão ondulado (testemunha; tereftalato de polietileno (PET; cloreto de polivinila (PVC 17 μm; polietileno linear de baixa densidade (PELBD 25 μm; e PELBD 50 μm. Em outro experimento, avaliaram-se os sistemas de acondicionamento: sacolas de plástico abertas (testemunha; polietileno de baixa densidade (PEBD 25 μm; PEBD 25 μm, com injeção de mistura gasosa (21% O2/5% CO2; PEBD 25 μm (21% O2/10% CO2; PEBD 25 μm (21% O2/20% CO2. Os cachos foram armazenados a 1±1°C e 90±5% de umidade relativa (UR por 28 dias, seguido de armazenamento em condições do ambiente (25±2°C e 80±5% UR. Os cachos foram avaliados quanto à perda de massa de matéria fresca, firmeza, cor das bagas, esbagoamento, sólidos solúveis totais (SST, acidez titulável (AT, relação SST/AT e incidência de podridões. O filme PELBD 50 μm, a partir do 14º dia a 1°C, seguido por mais três dias a 25°C, causou a fermentação dos cachos. As embalagens PELBD 25 μm, com ou sem injeção de mistura gasosa, e PVC 17 μm reduzem a perda de massa de matéria fresca dos cachos, mas não reduzem o esbagoamento e a incidência de podridões.The objective of this work was to evaluate the effect of the modified atmosphere, on the storage life of 'Niagara Rosada' Table grape kept under refrigeration in two experiments. In the first one, grape clusters stored in different package materials were evaluated: corrugated cardboard boxes, polyethylene tereftalate (PET; 17-μm polyvinyl chloride (PVC; 25-μm low density linear polyethylene film (PELDB; and 50-μm PELDB. On a second assay, different packaging systems were evaluated: opened plastic bags; 25-μm low density polyethylene film (PEBD; 25-μm PEBD, with

  13. Número mínimo de colheitas em pepino híbrido estimado por meio do coeficiente de repetibilidade Minimum harvest number in hybrid cucumber estimated by repeatability coefficient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Ismael Inácio Cardoso

    2006-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar o número mínimo de colheitas em experimento com a cultura do pepino. Foram analisados dados de um experimento onde avaliaram-se 14 híbridos de pepino japonês, no delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições e cinco plantas por parcela, conduzidas sob ambiente protegido. Foram efetuadas 32 colheitas, três colheitas por semana, por um período de 72 dias e estimados os coeficientes de repetibilidade, com base na análise de componentes principais para os caracteres produção de frutos por planta, em massa e número, total e comercial. Os resultados permitiram concluir que menos de nove colheitas foram suficientes para analisar as diferenças de produtividade entre os diferentes híbridos, com 95% de certeza de serem eleitos os mais produtivos.The objective of this work was to estimate the minimum harvest number in experiments with cucumber. Data of an experiment comparing 14 japanese cucumber hybrids in the randomized block design, with four replications and five plants per plot, under protected cultivation, were analyzed. Thirty-two harvestings were made, three harvests a week, during 72 days to estimate repeatability coefficient based on analysis of the principal components for number and weight of total and commercial fruits per plant. Results allowed to conclude that less than nine harvestings were enough to verify yield differences among hybrids, with 95% of probability to identify the highest yielding ones.

  14. Teor de nitrato em alface hidropônica em função de vazões e períodos de pós-colheita Nitrate content in hydroponic lettuce in function of flow rate and post-harvest periods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Aprígio

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi determinar o teor de nitrato (NO3- presente em plantas de alface (Lactuca sativa L. da cultivar Vera, conduzida por hidroponia, em função de vazões e períodos de pós-colheita. O experimento foi realizado no município de Cascavel, PR, em casa de vegetação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE. As plantas foram nutridas mediante utilização de uma solução nutritiva caracterizada por possuir condutividade elétrica média de 1,2 dS m-1 e que, ao percorrer toda a bancada de cultivo, retornava ao tanque de irrigação e reiniciava o processo, constituindo, desta forma, um sistema fechado. No experimento, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com oito repetições que foram representadas, individualmente, por duas plantas de alface, no esquema fatorial (3 x 4. Os tratamentos resultaram da combinação entre três vazões (0,5; 1,0 e 1,5 L min-1 e quatro períodos de armazenamento pós-colheita (0; 24; 48 e 72 h. A determinação do teor de nitrato foi realizada por meio do método colorimétrico e os valores obtidos foram inferiores ao limite máximo exigido pela Comunidade Europeia. Os fatores investigados influenciaram significativamente os teores médios de nitrato.The objective of this study was to determine the nitrate (NO3- content present in lettuce plants (Lactuca sativa L. of the Vera cultivar, produced under hydroponic system, in function of different flow rates and post-harvest periods. The experiment was conducted in the city of Cascavel-PR, in a greenhouse of the Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE. The plants were nourished by the use of a nutrient solution, characterized by mean electrical conductivity of 1.2 dS m-1 which after passing the entire growing bench, returned to the irrigation tank and restarted the process, forming a closed system. The experiment was conducted in completely randomized design with eight replications, which were represented

  15. Conservação pós-colheita de pinha com uso de 1-metilciclopropeno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juceliandy Mendes da Silva

    2013-12-01

    Full Text Available A aplicação de novas tecnologias torna-se necessário para aumentar o período de comercialização da pinha (Annona squamosa que apresenta alta perecibilidade e vida útil curta. Com o objetivo de retardar a evolução do amadurecimento, as pinhas foram tratadas com 1-metilciclopropeno (1-MCP nas concentrações de 0; 200; 400 e 600 nL L-1, durante 8 horas, a 25ºC. Posteriormente, os frutos foram armazenados a 15ºC, durante 21 dias. Em intervalos de sete dias, amostras foram retiradas da câmara para análises quanto à firmeza, perda de massa fresca, coloração (cromaticidade e ºHue, pH, sólidos solúveis (ºbrix, acidez titulável, relação sólidos solúveis/acidez titulável, teor de amido, açúcares totais, açúcares redutores e sacarose. Não houve efeito significativo dos tratamentos quanto ao pH, sólidos solúveis, acidez titulável, relação sólidos solúveis/acidez titulável, perda de massa fresca e sacarose, somente efeito de tempo de armazenamento. A acidez titulável não apresentou modelo estatístico que explicasse o efeito da época de armazenamento. Houve interação significativa da concentração de 1-MCP e dos dias de armazenamento em relação à firmeza, coloração, teor de amido, açúcares totais e açúcares redutores. Quanto maior a dose de 1-MCP aplicado, mais lenta foi a evolução do amadurecimento, sendo que a concentração de 600 nL L-1 foi a que melhor retardou o amadurecimento .

  16. Evolução de indicadores do ponto de colheita em manga 'Tommy Atkins' durante o crescimento e a maturação, nas condições do vale do São Francisco, Brasil Evolution of harvest time indicators on 'Tommy Atkins' mango fruit during growth and maturation at São Francisco River Valley conditions, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Auxiliadora Coêlho de Lima

    2009-04-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, caracterizar a evolução dos principais indicadores do ponto de colheita sugeridos para a manga (Mangifera indica L., durante o crescimento e a maturação de frutos da cultivar Tommy Atkins, nas condições do Vale do São Francisco. Por ocasião da frutificação, foram selecionadas quarenta e oito plantas, distribuídas uniformemente em quatro fileiras de plantio de um pomar comercial. Nessas plantas, foram marcados seiscentos frutos, no estádio de desenvolvimento denominado "ovo" (40 mm de diâmetro, o que foi verificado aos 52 dias após a frutificação (daf. Periodicamente, até o completo amadurecimento na planta, foram coletadas amostras desses frutos, correspondentes à idade, aos 52, 64, 72, 83, 92, 99, 106, 113, 120, 125, 128, 133 e 139 daf. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 13 tratamentos (idade dos frutos e quatro repetições constituídas por dez frutos. As mudanças ocorridas na coloração a partir de 99 daf e na firmeza da polpa foram os indicadores que melhor delimitaram o início da maturação das mangas, devendo ser acompanhados por meio de amostragem da área. As mudanças na acidez titulável e nos teores de sólidos solúveis (SS e de carotenóides totais da polpa também foram indicativas da evolução da maturação. A polpa da manga madura apresentou o máximo teor de SS e teores de ácido ascórbico e de carotenóides totais inferiores aos dos frutos no início da maturação.The aim of this study was to characterize the evolution of the main harvest time indicators suggested to mango fruit (Mangifera indica L., during growth and maturation, at the São Francisco River Valley conditions. At the fruit set stage, forty-eight plants uniformly distributed on four rows were selected from a commercial orchard. From these plants, six hundred fruits were selected at the development stage known as "egg" (40 mm of diameter, which were verified at 52 days after fruit

  17. Transferência de embrião em vacas da raça Simental na região noroeste do Paraná e Sul do Mato Grosso do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estefano Demczuk

    1998-01-01

    Full Text Available No experimento foram utilizadas vacas da raça Simental procedentes de fazendas das Regiões Noroeste do Estado do Paraná e Sul do Mato Grosso do Sul, administrando-se o hormônio folículo estimulante (FSH para a superovulação e utilizando-se o método cirúrgico para a inovulação dos embriões nas receptoras. No total foram efetuadas 103 colheitas e utilizadas 749 vacas receptoras. Foram colhidos 1.014 embriões sendo 81,8% destes transplantados e os restantes congelados ou rejeitados. Colheram-se em média 9,8 embriões por doadora sendo 8,0 transplantados, proporcionando 3,8 animais prenhes por colheita. Ocorreram 4,8% de colheitas sem embrião e 1,9% de óvulos não-fertilizados. Relativamente ao tamanho do corpo lúteo (CL palpado nas vacas receptoras, os dados demonstraram que os Corpora lutea de médio e maior tamanho tiveram significativa influência sobre a taxa de prenhez em relação aos de menor tamanho (p;0,05 (o mais significa que o estro nas receptoras ocorreu após o da doadora e vice-versa, sendo muito baixa além destes limites. Os embriões classificados como ótimos e bons e inovulados influíram significativamente sobre o percentual de prenhez, e o total geral da taxa de gestação foi de 47,0%.

  18. Potencial do flavedo (epicarpo de Citrus aurantifolia cv. Tahiti no controle do bolor verde e da antracnose em citros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo Toffano

    2012-03-01

    Full Text Available O Brasil é considerado o maior produtor de citros e o maior exportador de suco de laranja. Doenças de pós-colheita representam uma grande perda para a citricultura, sendo que para a exportação de frutos são rígidas as exigências com relação a isenção de resíduos químicos nos mesmos. Patógenos de importância em pós-colheita de citros incluem o Penicillium digitatum, agente causal do bolor-verde e o Colletotrichum gloeosporioides, agente causal da antracnose. Dada a importância econômica que representam estas doenças dos frutos cítricos, tanto em termos de comprometimento da qualidade e dificuldade de controle, a busca de alternativas adicionais que possam viabilizar a capacidade produtiva e garantir a obtenção de frutos com excelentes padrões de qualidade torna-se imprescindível. Portanto, estudou-se os efeitos dos extratos aquosos do flavedo de Citrus aurantifolia var. Tahiti, Lentinula edodes, Agaricus subrufescens (syn. Agaricus brasiliensis, albedo de Citrus sinensis var. Valência e do ácido jasmônico no controle póscolheita do bolor verde e da antracnose e na indução de resistência em frutos de laranjeira Valência (Citrus sinensis. Foi possível observar que o extrato aquoso do flavedo (C. aurantifolia apresentou efeito inibitório sobre os patógenos, quando tratados em pós-colheita, em função da redução dos sintomas e esporulação. Porém, os extratos de albedo (C. sinensis, L. edodes, A. subrufescens e o ácido jasmônico não apresentaram efeitos sobre P. digitatum e C. gloeosporioides.

  19. Qualidade de frutos de pitaya em função da época de polinização, da fonte de pólen e da coloração da cobertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Castro correia da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available A pitaya (Hylocereus undatus é uma cactácea propagada vegetativamente, o que resulta em pequena ou nula variabilidade nos plantios comerciais. Devido a diversos estudos mostrarem que a espécie é auto ou parcialmente incompatível, realizou-se este trabalho com o intuito de verificar a eficiência de polinização da pitaya autofecundada e utilizando-se de pólen de H. polyrhizus e Selenicereus setaceus, além da influência da época do ano e da coloração da cobertura da tela plástica na qualidade dos frutos. O experimento foi realizado na Área de Fruticultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP, Campus de Jaboticabal, num delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 X 2 X 2 (três espécies doadoras de pólen X duas colorações de cobertura de sombrite, branca e preta, com 50% de sombreamento X duas épocas do ano, com quatro repetições para cada espécie doadora de pólen, em cada uma das coberturas. As flores foram emasculadas em duas épocas (março e abril e polinizadas manualmente. As variáveis avaliadas foram porcentagem de pegamento dos frutos, características físicas e químicas dos frutos (comprimento e diâmetro, massas total, de polpa e de casca, % de polpa, espessura da casca, pH, teor de sólidos solúveis (ºBrix, teor de vitamina C, acidez titulável, índice de maturação - ST/AT e dias da antese até a colheita. Não houve frutificação nas flores autopolinizadas, enquanto as polinizadas com pólen de H. polyrhizus e S. setaceus obtiveram 100% de pegamento. Pode-se concluir que há necessidade de interplantio de plantas de H. undatus (clone avaliado com H. polyrhizus ou S. setaceus para a ocorrência de frutificação, sendo que a utilização de H. polyrhizus como doadora de pólen proporciona a obtenção de frutos com maior massa e menor acidez. As condições climáticas ocorridas durante o desenvolvimento dos frutos, nas épocas estudadas, afetaram a

  20. Ecofisiologia da videira (Vitis vinifera L.) sob cultivo protegido, variedades Sauvignon blanc, Cabernet sauvignon e Merlot

    OpenAIRE

    Fernandes, Gabriella Vanderlinde

    2014-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2014. O Estado de Santa Catarina tem se destacado no cenário nacional pelo potencial na produção de vinhos finos de qualidade, em função da altitude. No entanto, algumas regiões de Santa Catarina, como o município em estudo, Rancho Queimado, apresentam elevada pluviosidade no período de maturação e colheita, além de riscos d...

  1. Efeito do cloreto de cálcio na pós-colheita de goiaba Cortibel

    OpenAIRE

    Werner,Elias Terra; Oliveira Junior,Luiz Fernando Ganassali de; Bona,Ana Paula de; Cavati,Bruna; Gomes,Tarsila Daysy Ursula Hermogenes

    2009-01-01

    O objetivo desse trabalho foi prolongar o período de conservação e manter a qualidade de goiabas (Psidium guajava L.) Cortibel, por meio da aplicação de diferentes concentrações de cloreto de cálcio. Os frutos foram separados em quatro lotes, o controle (sem cálcio) e os tratamentos, que receberam a aplicação de CaCl2 a 1%, 2% e 3% (p/v) por imersão durante 15 minutos para posterior análise de perda de massa fresca, pH, determinação de firmeza, sólidos solúveis totais, acidez total titulável,...

  2. Efeito do ácido naftalenoacético e do cloreto de cálcio na redução das perdas pós-colheita em uva 'Niagara Rosada' Effect of naphthalene acetic acid and calcium chloride in reducing postharvest losses of 'Nigara Rosada' grapes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Tecchio

    2009-03-01

    Full Text Available Com a finalidade de reduzir as perdas ocasionadas pela degrana e podridões na pós-colheita de uva 'Niagara Rosada', foram realizados em 2005, em vinhedos localizados nos municípios de Jales e Louveira, São Paulo-Brasil, experimentos utilizando-se de cinco concentrações de cloreto de cálcio (CaCl2 a 0; 5; 10; 15 e 20 g.L-1, com ou sem a aplicação de 100 mg.L-1 de ácido naftalenoacético (ANA. Com base nos resultados obtidos, realizou-se, em 2006, experimento com quatro concentrações de ANA a 0; 50; 100 e 150 mg L-1, associadas ou não a 10 g.L-1 de CaCl2. As aplicações do ANA foram realizadas um dia antes da colheita, e a do CaCl2, no início da maturação das bagas. Após a colheita, avaliaram-se o teor de sólidos solúveis, a acidez titulável, o pH, a degrana e a incidência de podridões. Os cachos provenientes dos diferentes tratamentos foram armazenados sob condição ambiente a 25ºC/70% UR, por 5 dias, e sob refrigeração a 1ºC/85% UR, por 21 dias, seguido por transferência para condição ambiente por mais 5 dias, sendo avaliadas após esses períodos as mesmas variáveis. O ANA foi eficiente na redução da degrana e da incidência de podridões nos cachos, principalmente após acondicionamento dos mesmos sob condição ambiente, sendo a concentração de 150 mg.L-1 a mais efetiva. Os tratamentos promoveram poucas alterações nos teores de sólidos solúveis, pH e acidez titulável.It was evaluated the effect of the use of CaCl2 and NAA on 'Niagara Rosada' grapes in order to reduce postharvest losses caused by rot and drop of berries. The experiments were carried out in vineyards in Jales and Louveira, State of São Paulo, Brazil, in 2005 and 2006. In 2005 the effects of five concentrations of CaCl2 (0; 5; 10; 15, and 20 g.L-1 with and without the use of 100 mg.L-1 of NAA were evaluated. Based on those results, in 2006 another experiment was carried out in which the use of four concentrations of NAA (0; 50, 100, and

  3. Conservação pós-colheita de guavira (Campomanesia adamantium Camb. sob diferentes revestimentos e temperaturas de armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana de Paula Quintão Scalon

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar a conservação pós-colheita de guavira (Campomanesia adamantium Camb. em diferentes revestimentos e temperaturas de armazenamento. Os frutos receberam os seguintes tratamentos: imersão em 1 carboxi metilcelulose a 1% (m/v (CMC; 2 pectina a 3%; 3 pectina + cloreto de cálcio a 3% (m/v, e 4 sem tratamento (ST, todos embalados em polietileno de baixa densidade (PEBD e armazenados por 0; 7; 14 e 21 dias em câmara B.O.D., nas temperaturas de 5; 10 e 15 ºC. A menor perda de massa e acidez titulável foram observadas a 5 ºC e na cobertura pectina + cálcio. O pH não variou entre as coberturas e manteve-se maior a 5 ºC. O teor de vitamina C foi maior sob efeito do revestimento de pectina + cálcio, com valores semelhantes aos iniciais a 5 °C e 10 ºC. Concluiu-se que as guaviras podem ser armazenadas por até 21 dias em temperatura de 5 ºC, revestidas com pectina + cálcio a 3%.

  4. Índices para estimar o tempo transcorrido entre o surto hemorrágico subaracnóideo e a colheita de líquido cefalorraqueano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José M. Marlet

    1973-12-01

    Full Text Available O autor simulou, experimentalmente, acidente vascular cerebral hemorrágico em cães injetando sangue do próprio animal no espaço subaracnóideo, colhendo amostras diárias de LCR durante 14 dias, sendo estudada a evolução das concentrações de oxiemoglobina e de bilirrubina, empregando métodos espectrofotométricos. Define um coeficiente hemoglobínico como a relação entre a concentração de oxiemoglobina e o total de pigmentos do LCR e um índice hemoglobina-bilirrubina como a relação entre as concentrações de oxiemoglobina e bilirrubina. Depois do tratamento estatístico, chega à conclusão de que ambos permitem estimar o tempo transcorrido desde o surto hemorrágico subaracnóideo e a colheita de LCR. São apresentadas sugestões quanto à aplicabilidade prática destes indicadores em Neurologia e Medicina Preventiva.

  5. Determinação da maturidade fisiológica de frutos de maracujazeiro amarelo colhidos na região norte do estado do Rio de Janeiro, Brasil Determination of the physiologic maturity on yellow passion-fruit harvested in north of Rio de Janeiro State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Vianna-Silva

    2010-03-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo determinar o ponto de maturidade fisiológica dos frutos de maracujazeiro amarelo produzidos na região Norte Fluminense, na tentativa de se antecipar o ponto de colheita dos frutos, visando a qualidade e o aumento da vida de prateleira dos mesmos. Os frutos foram colhidos em três períodos diferentes. A colheita 1 foi realizada aos 45 dias após a antese (daa; a colheita 2 aos 54 daa e a colheita 3 aos 63 daa. Após cada colheita os frutos foram lavados, secos e divididos em dois lotes para avaliação. O primeiro lote foi avaliado imediatamente após a colheita, e o segundo foi armazenado em câmara (23 ± 3ºC e 85 ± 8% UR. Os frutos foram analisados periodicamente a cada 3 dias, quanto aos seguintes atributos de qualidade: coloração e espessura da casca, rendimento de suco e teores de sólidos solúveis (SS e acidez titulável (AT. Os resultados indicaram que o tempo de desenvolvimento do fruto de maracujazeiro amarelo, dentro do período de 45 a 63 daa, influenciou na qualidade do fruto colhido na região. Para as condições deste trabalho, o ponto ideal de colheita foi aos 63 daa, podendo, também, ser colhido a partir do 54º daa, porém, com perda de cerca de 21,0 % no rendimento de suco. Verificou-se, também, que durante a fase de amadurecimento, a manutenção dos frutos na planta retarda a evolução da coloração, bem como, a redução na espessura da casca do fruto, em comparação ao colhido e armazenado.This work aimed to determine the physiologic maturity of yellow passion-fruit produced in North Fluminense, with the aim of advancing the point of fruit harvest and improving the quality and shelf life the fruit. The fruit were harvested in three different periods. Harvest 1 occurred during the 45 days after anthesis (daa; harvest 2 from 54 daa and harvest 3 from 63 daa. After each harvest, the fruit were washed, dried and separated in two groups for evaluation. The first group was evaluated

  6. DESENVOLVIMENTO DE EXTRATO DE PIMENTA-BIQUINHO COMO FORMA DE CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA RESUMO – O consumo de pimenta-biquinho Capsicum chinense tem aumentado nos últimos anos na forma in natura ou na forma processada. Entretanto, um dos grandes entraves n

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio Bittencourt

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO – O consumo de pimenta-biquinho Capsicum chinense tem aumentado nos últimos anos na forma in natura ou na forma processada. Entretanto, um dos grandes entraves na sua cadeia produtiva é a ocorrência de perdas consideráveis dos frutos após a colheita, o que indica a necessidade do desenvolvimento de alternativas para a sua conservação pós-colheita. Desta forma, objetivou-se desenvolver extrato de pimenta-biquinho como forma de conservação da hortaliça e disponibilizar matéria-prima para a elaboração de produtos derivados, com alto valor agregado, principalmente em períodos de entressafra. Para o preparo do extrato, as pimentas foram lavadas, sanitizadas, branqueadas (80oC/3min, trituradas e concentradas até 12oBrix. Avaliou-se o rendimento, extrato seco, umidade, pH, acidez  titulável, oBrix, cor (L*, a*, b*, índices chroma e hue, teor de vitamina C e carotenoides, contagem de fungos filamentosos e leveduras, mesófilos aeróbios, bactérias láticas, coliformes totais e termotolerantes e pesquisa de Salmonella sp., durante 90 dias de armazenamento.  Não houve variação de umidade, extrato seco, oBrix e  acidez  mas, observou-se  variação do pH. Os valores de L* indicaram baixa luminosidade e os valores de a* e b* indicaram a tendência do extrato para coloração vermelha e amarela. A concentração de vitamina C e de carotenoides foi considerável e, estável. A contagem de fungos filamentosos e leveduras variou de 2,0 a 4,1 Log UFC/g e de mesófilos aeróbios de <1,0 a 4,3 Log UFC/g. Por outro lado, a contagem de bactérias láticas foi <1,0 Log UFC/g, de coliformes totais e coliformes termotolerantes foi < 3 NMP/g e constatou-se ausência de Salmonella sp. em 25 g do extrato. O extrato de pimenta-biquinho é uma excelente alternativa para o processamento da hortaliça em períodos de entressafra e para prevenção de perda de matéria-prima pela agroindústria e em outras indústrias que

  7. Identificação das causas de perdas pós-colheita de cenoura no varejo, Brasília-DF Identification of causes of postharvest carrot losses in the retail market

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milza M. Lana

    2002-06-01

    Full Text Available As perdas pós-colheita de cenoura em 4 lojas de uma rede de supermercados de Brasília foram avaliadas pelo período de um ano. A amostragem foi realizada em duas etapas: antes da exposição do produto na área de vendas (amostra Qualidade Inicial e após o descarte das perdas do produto (amostra Descarte. Foram quantificadas a proporção de raízes pequenas, médias e grandes e a incidência dos danos: bifurcação, rachadura, defeitos de formato, doença, praga, dano mecânico e outros. A cenoura comprada pelo supermercado apresentou cerca de 86,88 + 0,66% das raízes na faixa de 12-22 cm. No descarte, diminuiu a proporção de cenouras médias e grandes, enquanto aumentou a proporção de cenouras pequenas e quebradas. A proporção de raízes com ombro verde foi reduzida de 23,74 + 1,11% na amostra Qualidade Inicial para 13,29 + 1,37% na amostra Descarte, indicando que grande parte das raízes com ombro verde foi adquirida pelo consumidor, e neste caso não parece ter sido um fator indutor de perda. Cerca de 51% das cenouras recebidas no supermercado apresentavam algum tipo de dano, sendo os mais importantes defeitos de formato (31,0 + 1,16%, dano mecânico (9,46 + 0,4% e murcha (4,66 + 0,99%. As principais causas de descarte foram dano mecânico (37,4 + 2,47%, defeitos de formato (32,0 + 2,58% e murcha (7,6 + 1,59%.Carrot post-harvest losses were evaluated for one year in four stores of a supermarket chain in Brasilia, Brazil. Sampling was performed at two stages: at reception in the store and after exclusion or removal from retail displays. The proportion of large, middle, small and broken roots was measured. Damaged roots were classified in one of the following categories and measured: splitting, forking, mishaped roots, pathological breakdown, pest damage, mechanical damage, and unidentified damage. About 86,88 + 0,66% of the roots were 12-22 cm long (middle size. Wastage presented a higher proportion of small and broken roots and a

  8. Qualidade pós-colheita de tomates 'Débora' com utilização de diferentes coberturas comestíveis e temperaturas de armazenamento Quality of 'Debora' tomato using different edible coatings and storage temperatures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Chiumarelli

    2006-09-01

    Full Text Available Este estudo visou avaliar o efeito de diferentes coberturas comestíveis sobre a qualidade pós-colheita do tomate de mesa cv. Débora. Foram utilizadas as seguintes coberturas: cera de carnaúba Fruit Wax H2 (18%, emulsão de resinas Fruit Wax M-AC (18% e cera de carnaúba Megh Wax ECF-124 (18%; tomates sem cera serviram de controle. Foram utilizados 40 frutos por tratamento em delineamento inteiramente casualizado. Após a limpeza e aplicação das ceras, os frutos foram armazenados a 12,5°C e 25°C e 90% de umidade relativa. Análises para perda de massa fresca (%, coloração e qualidade foram realizadas durante quinze dias. No final do período de armazenagem, os frutos foram avaliados quanto à firmeza, pH, concentração de sólidos solúveis, vitamina C e acidez. Foi realizada também análise sensorial para frutos armazenados nas duas diferentes temperaturas. O tratamento com Megh Wax ECF-124 proporcionou menor perda de massa e frutos mais firmes em ambas as temperaturas. Tomates tratados com Fruit Wax M-AC e Megh Wax ECF-124 apresentaram maior porcentagem de frutos apropriados ao consumo. Não houve diferença significativa entre os tratamentos quanto à coloração e análises químicas, exceto para os frutos cobertos com Fruit Wax M-AC, que apresentaram menor teor de vitamina C em ambas as temperaturas e maior pH a 25°C. As ceras Fruit Wax M-AC e Megh Wax ECF-124 não interferiram no sabor e no odor dos frutos. A aplicação de cera contribui para uma diminuição na perda de massa e decréscimo no número de frutos descartados devido a danos físicos e podridões, sendo que Megh Wax ECF-124 é mais eficiente na manutenção da qualidade de tomates de mesa.This study aimed at evaluating the effect of edible coatings on tomato cv. Debora post-harvest quality. The following waxing emulsions were used: wax of carnauba Fruit Wax H2 (18%, emulsion of resins Fruit Wax M-AC (18% and wax of carnauba Megh Wax ECF-124 (18%; tomatoes without

  9. Revestimentos alternativos na conservação pós-colheita de maracujá-amarelo Alternative covering in the shelf life conservation of yellow passion fruit produced in organic system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lya Januária Beiruth da Silva

    2009-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar diferentes substancias: cera de carnaúba, látex de seringueira, cloreto de cálcio e fécula de mandioca na conservação pós-colheita do maracujá-amarelo armazenado sob temperatura ambiente. Frutos colhidos, selecionados, lavados e sanitizados com água clorada a 150 mg L-1 foram submetidos aos seguintes tratamentos: 1 - controle, lavados e sanitizados; 2 - cera de carnaúba; 3 - látex de seringueira diluído 1:3 (v/v; 4 - cloreto de cálcio a 1%; 5 - fécula de mandioca a 2%. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado em parcelas subdivididas, sendo a parcela principal formada pelo tempo de armazenamento, e as subparcelas pelos tratamentos, com 3 repetições de 4 frutos cada. O revestimento do maracujá-amarelo com cera de carnaúba, látex de seringueira, cloreto de cálcio e fécula de mandioca não influenciou nos resultados de massa fresca do fruto e da polpa, AT, SS, SS/AT e ácido ascórbico. O látex de seringueira, semelhantemente ao produto comercializado cera de carnaúba foram as coberturas mais eficientes, reduzindo a perda de massa e o índice de murchamento, e aumentando em 4 e 3 dias, respectivamente, a vida de prateleira dos frutos.The present work had the objective to evaluate different substances: carnauba's wax, latex rubber tree, solution of calcium chloride and cassava starch in the shelf life of the yellow passion fruit stored under temperature atmosphere. Fruits selected, washed and sanitized with chlorinated water in 150 mg L-1, were submitted by the following treatment: 1 - control, washed and sanitized; 2 - immerse in carnauba´s wax (Fruit Wax; 3 - immerse in rubber tree latex, diluted in proportion of 1:3 (v/v; 4 - solution of calcium chloride in 1%; 5 - cassava starch in 2%. The experimental design was completely randomized in split-plot arrangement. The plot corresponded to the storage period (0, 3, 6, 9, 12 and 15 days and the split-plot by the treatments, with 3

  10. Métodos de colheita de fezes e balanço de minerais em suínos alimentados com dietas suplementadas ou não com probiótico = Methods of feces collection and mineral balance of pigs fed diets supplemented or not with probiotic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rizal Alcides Robles-Huaynate

    2007-10-01

    Full Text Available Foram realizados dois ensaios de metabolismo, utilizando-se oito suínos, machos castrados, em fase de crescimento, em cada ensaio. No ensaio 1, foram comparados os teores de MS, PB, EB, EE, MM e FDN das fezes colhidas por meio de dois métodos: diretamente do reto do animal ou da caixa coletora da gaiola, realizados simultaneamenteem cada suíno. No ensaio 2, foi estudado o balanço de minerais, sendo os animais submetidos a dois tratamentos: T1 - ração basal e T2 - ração basal + 200 ppm de probiótico. Os teores dos nutrientes mensurados foram similares nas fezes colhidas em ambos os métodos, com exceção da MS. Para o balanço de minerais, não houve diferença (p > 0,05 entre os animais alimentados com rações, contendo ou não probiótico. Ambos os métodos de colheita de fezes poderiam ser realizados, simultaneamente, em ensaios de balanço de minerais.Two metabolism assays were conducted, with eight growing castrated male crossbred pigs in each assay. In the first assay, the levels ofDM, CP, GE, EE, MM and NDF were compared in feces, collected through two different methods: directly from the animal’s rectum or from a collection tray, collected simultaneously from each pig. The second assay evaluated the animals’ mineral balance. For this study, the animals were submitted to two treatments: T1 - basal feed and T2 - basal feed + 200ppm of probiotic. The nutrients levels were similar in the feces collected through both methods, with the exception of DM. There was no observable difference (p > 0.05 in mineral balance between the animals fed diets containing or not probiotic. Both collection methods can be undertaken simultaneously in mineral balance assays.

  11. Propriedades químicas e biológicas de solo de tabuleiro cultivado com cana-de-açúcar com e sem queima da palhada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. N. S. Mendonza

    2000-03-01

    Full Text Available Foram comparados dois sistemas de colheita dos canaviais: com queima prévia (Cana Queimada e com espalhamento da palha na superfície (Cana Crua, em área cedida pela Linhares Agropecuária S.A., Linhares (ES. O solo foi classificado como Podzólico Amarelo de textura arenosa/média, originado de materiais da Formação Barreiras. Após seis anos de cultivo da cana-de-açúcar (1989-1994, foram avaliados a distribuição dos nutrientes, as frações humificadas e o carbono da biomassa microbiana. O sistema Cana Crua promoveu incrementos nos teores de carbono, na profundidade de 0-20 cm, e de magnésio em relação ao sistema Cana Queimada, o qual, por sua vez, apresentou maiores teores de potássio e fósforo. Com a adição da palha, percebeu-se o predomínio não só da fração humina e da fração ácidos fúlvicos, mas também de carbono imobilizado na biomassa microbiana, principalmente nos primeiros 5 cm, com maiores valores na estação chuvosa (novembro.

  12. Comparação de azeites obtidos da cultivar portuguesa Galega Vulgar utilizando dois métodos de extracção Comparison of olive oil from Portuguese cultivar Galega Vulgar with two different methods of oil extraction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. Torres Vaz-Freire

    2007-01-01

    Full Text Available A produção do azeite é uma das actividades agrícolas mais características da região mediterrânea e de importância relevante para a sua economia. O objectivo do trabalho foi o estudo da influência dos métodos da extracção na qualidade do azeite obtido. Incidiu principalmente sobre uma das cultivares recomendadas para os azeites de denominação origem protegida (DOP no Alentejo. Foi extraída azeite da variedade portuguesa, Galega Vulgar (Olea europaea L. subsp. europaea, colhida na região de Elvas nas campanhas de 2001 a 2004. Utilizou-se uma prensa hidráulica (extracção descontínua, Vieirinox, Portugal; e um “decanter” centrífugo de duas fases (extracção contínua, Oliomio, Itália. Nas azeitonas determinou-se o índice de maturação, fez-se o controle de pragas e avaliou-se o Índice de gordura (RMN. No azeite para além das análises químicas de controlo foi realizada a análise Sensorial com painel treinado e uma detecção electrónica de aromas (Alpha Mos Fox 3000. Os resultados preliminares mostram haver diferenças significativas para alguns dos parâmetros analisados no caso dos azeites. De todos os parâmetros em que se detectaram diferenças significativas apenas a acidez demonstrou alterações suficientes para classificar o azeite em outra categoria considerando a classificação estabelecida pelo Regulamento (CE N.º 1989/2003 de 6 de Novembro. Estudos como este são importantes na adaptação da tecnologia à variedade com o intuito de aumentar a eficiência de determinado processo tecnológico.Olive oil production is one of the important agricultural activities on the Mediterranean region and has a real impact on local economies. The objective of this work was the study of extraction methods impact on olive oil final quality. The variety studied is one of the varieties allowed for olive oil with Protected Origin Denomination (DOP production in Alentejo. The Portuguese variety extracted was Galega Vulgar

  13. Cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Alves Terra

    2014-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da cinza vegetal na germinação e no desenvolvimento da alface da variedade Lucy Brown, tipo americana. O tipo escolhido foi semeado em bandejas de isopor com cento e vinte oito células. As bandejas continham os seguintes substratos: cinza vegetal, esterco bovino, casca arroz crua, casca de arroz carbonizada, serragem, misturados com solo na proporção de 1:1, além de substrato comercial, solo com adubação de NPK e solo sem adubação. Após o início da germinação, as plântulas foram contadas de três em três dias. Mudas de alface da mesma variedade com três folhas verdadeiras foram transplantadas para caixas de leite com os mesmos substratos. Trinta e três dias após o transplante, a alface foi colhida, as folhas foram contadas, a biomassa verde e a biomassa seca foram determinadas e os caules e as raízes foram contados. O substrato que proporcionou a maior germinação foi a mistura de solo com esterco. Depois, vieram o substrato comercial, o solo com casca de arroz carbonizada, o solo puro, o solo com casca de arroz crua, o solo com NPK, o solo com serragem e o solo com cinza vegetal. Neste último, germinaram apenas de 7,83% das sementes. No momento da colheita, verificou-se, para todos os parâmetros avaliados, com exceção do peso seco da raiz, que o substrato que proporcionou o melhor desenvolvimento foi o solo com esterco bovino, que se diferenciou estatisticamente dos demais substratos avaliados. A cinza vegetal influenciou negativamente tanto na germinação quanto no desenvolvimento das plantas de alface.

  14. Caracterização pós-colheita de frutos de bananeira 'BRS Platina' de primeiro ciclo, sob regulação do déficit de irrigação Post harvest characterization of bananas 'BRS Platina' first cycle under regulation of irrigation deficit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Castricini

    2012-12-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo a caracterização pós-colheita de bananas cv BRS Platina (PA42-44, que é um híbrido tetraploide (AAAB desenvolvido pela Embrapa. As mesmas foram produzidas no norte de Minas Gerais, com redução das lâminas (L de água utilizadas na irrigação,a partir dos cinco meses após o plantio. Foram sete os tratamentos avaliados, com combinações de redução da lâmina (55%, 70% e 85% nas fases II e III de desenvolvimento da planta (5 a 7 meses, e 7 a 12 meses após o plantio, caracterizados quanto a: teor de sólidos solúveis totais (sst, despencamento, firmeza da polpa, comprimento e diâmetro do fruto, relação polpa/casca e coloração da casca, definida pelos parâmetros L*, C* e ºh, avaliados quando os frutos estavam totalmente amarelos. O teor de sólidos solúveis totais foi maior nos frutos do tratamento T3, onde houve redução da lâmina de irrigação na fase II (floração para 70% da ETc. A maior relação polpa/casca foi obtida quando a ETc foi reduzida em 25% na fase III, resistência ao despencamento. Os frutos mais firmes foram produzidos quando a ETc na fase II foi reduzida em 45%; já o menor despencamento foi obtido quando esta redução foi de 45% e 30% na fase II, e de 30% na fase III. Os maiores (comprimento e diâmetro e mais pesados frutos foram produzidos na ausência de déficit hídrico durante todo o ciclo da cultura.The study had as objective the post harvest characterization of bananas cultivar BRS Platina that is a tetraployd hybrid AAAB developed by Embrapa. The crop was grown at North of Minas Gerais with reduction of irrigation water depths (L from five months after planting. Seven treatments were evaluated with different combinations of water depth reductions (55%, 70% and 85% during two phases of crop development (5 to 7 months and 7 to 12 months after planting where fruits were characterized when completely yellow by: total soluble solids (tss, dropping, pulp strength

  15. Uso de cera de carnaúba e saco plástico poliolefínico na conservação pós-colheita do maracujá-amarelo Use of carnauba wax and plastic film on postharvest conservation of the yellow passion fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner Ferreira da Mota

    2006-08-01

    Full Text Available A alta perecibilidade do maracujá-amarelo reduz sua vida de prateleira limitando sua comercialização. Este trabalho teve por objetivo aumentar a conservação pós-colheita do maracujá-amarelo pelo uso de cera e saco plástico poliolefínico. Os frutos, após colhidos, selecionados, lavados e desinfestados com hipoclorito a 1%, foram submetidos aos tratamentos: 1-imersão em cera de carnaúba (Fruit wax®, diluída na proporção 1:4 (m/v; 2 embalagem em saco plástico poliolefínico com 0,015 mm; 3 associação entre a imersão na cera de carnaúba e embalagem plástica; 4 testemunha, onde os frutos foram imersos em água com hipoclorito a 1%. Foram feitas análises da porcentagem de perda de matéria fresca, do teor relativo de água na casca, de sólidos solúveis, da acidez titulável, da relação sólidos solúveis/acidez titulável da polpa, das porcentagens de casca e polpa, e da relação casca/polpa. Houve menor porcentagem de perda de matéria fresca ao utilizar os tratamentos 2 e 3 ao longo do período de armazenamento. Entretanto, não houve diferença entre os tratamentos com relação à matéria fresca do fruto, casca e polpa, havendo redução destas variáveis durante o período de armazenamento. Também não houve diferença com relação às porcentagens de casca e de polpa, e relação polpa/casca, sendo que a primeira reduziu, e as duas seguintes aumentaram no armazenamento. Em geral, houve redução dos sólidos solúveis e da acidez.The high perishability of the yellow passion fruit reduce its postharvest conservation and availability, mainly for "in natura" consumption. This work objectified to increase the postharvest life of the yellow passion fruit by using wax emulsion and plastic film. After harvest, the fruits were selected, washed, disinfested and submitted to the treatments: 1, immersion in Fruit Wax®; 2, packing in plastic film; 3, immersion in Fruit Wax® and packing plastic film and 4, control, fruits

  16. Standardization of a rearing procedure of Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) on bean (Phaseolus vulgaris): plant age and harvest time; Padronizacao da criacao de Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) em feijoeiro (Phaseolus vulgaris): idade da planta e tempo de colheita

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Bustos, Alexander; Cantor, Fernando; Cure, Jose R; Rodriguez, Daniel [Universidade Militar Nueva Granada, Bogota (Colombia). Facutad de Ciencias. Programa de Biologia Aplicada], e-mail: fernando.cantor@unimilitar.edu.co

    2009-09-15

    A rearing technique was standardized to produce Tetranychus urticae Koch on Phaseolus vulgaris (ICA Cerinza variety) as a prey of the predatory mite Phytoseiulus persimilis Athias-Henriot. Two assays were conducted to assess the following variables: the most suitable plant age for mite infestation, and the best time to harvest the mites and re infest the plants. In the first experiment, four, five, six, and seven-week-old plants of P. vulgaris were infested with six T. urticae per foliole. The lower plant stratum exhibited the largest number of mites regardless of plant age. However, four-week old plants had the larger average number of individuals. In the second experiment four-week-old plants were infested with 0.5 female mite/cm{sup 2} of leaf. The number of individuals per instar of T. urticae was recorded weekly. The highest mite production occurred between four and five weeks after infestation, indicating this to be the most suitable for mite harvesting and for plant reinfestation. (author)

  17. Effect of harvesting time on seed physiological quality, chemical composition and storability of soybeans Relações entre momento de colheita, composição química e potencial de armazenamento de sementes de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Marcos-Filho

    1994-08-01

    Full Text Available Soybeans IAC-8 were harvested in the growth stages R7 and R8 commercial harvesting time and at two other subsequent times to compare their physiological and technological characteristics. Seeds were stored at two moisture levels, 12% and 15%, for 6 months. Germination and vigor (acelerated aging, electrical conductivity, oil and free fatty acids, peroxide and iodine values were evaluated periodically. As expected, the time of harvesting and seed moisture content affected seed performance, while oil content did not correlate to physiological quality as did acidity, peroxide value and iodine number.Um campo de produção de soja IAC-8 foi colhido nos estádios R7 e R8 "pontos de colheita comercial" e em duas épocas subsequentes; as sementes foram estudadas sob os pontos de vista fisiológico e tecnológico, logo após as colheitas e durante o armazenamento de 6 meses (graus de umidade inicial de 12% e 15%. O comportamento das sementes foi avaliado através de testes de germinação, vigor (envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, teores de óleo e de ácidos graxos livres, indices de peróxidos e de iodo. O momento de colheita e o grau de umidade afetaram o desempenho das sementes mas o teor de óleo não se relacionou à qualidade fisiológica, o que ocorreu com os índices de peróxidos e de iodo.

  18. Conservação pós-colheita de figos verdes (Ficus carica L. cv. roxo de Valinhos tratados com hipoclorito de sódio e armazenados sob refrigeração em atmosfera modificada passiva Post-harvest conservation of unripe figs (Ficus carica L. cv. "roxo de Valinhos" treated with sodium hypochlorite and stored under refrigeration in passive modified atmosphere

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Costa Lima

    2005-08-01

    Full Text Available Os principais causadores de perdas da qualidade de figos são: colheita e embalagens inadequadas, falta de padronização do produto na classificação e péssimas condições de transporte e armazenamento. Com este trabalho objetivou-se avaliar o efeito da imersão em hipoclorito, tipo de embalagem e refrigeração na conservação pós-colheita de figos verdes, cv. Roxo de Valinhos, mediante as características físicas, físico-químicas e químicas, durante o armazenamento. Após seleção, os figos foram imersos ou não em solução de hipoclorito de sódio a 40 ppm conforme os tratamentos, secos ao ar e embalados em filme de PVC de 50 m ou sacos plásticos. Após os tratamentos, os frutos foram submetidos a armazenamento refrigerado (1ºC e 70% de UR em BOD, por um período de 35 dias, sendo avaliados a cada 7 dias. O uso da embalagem reduziu drasticamente a perda de massa dos figos. Frutos não embalados apresentaram-se mais ácidos e com menores teores de açúcares. Com o uso da embalagem, os figos podem ser comercializados até os 35 dias de armazenamento desde que armazenados a 1ºC e 70% de UR em BOD. Já os figos não embalados, estes podem ser comercializados somente até os 2 dias de armazenamento sob refrigeração.The chief causesof quality loss in figs are inadequate harvest and packaging, lack of standardization of the product in the classification and very bad transportation and storage conditions. This work aimed to evaluate the effects of soaking in hypochlorite, and the type of packaging and refrigeration on the post-harvest conservation of unripe figs cv. "Roxo de Valinhos", through physico-chemical analyses, during storage. After selection, the figs were soaked, or not, in a 40ppm sodium hypochlorite solution, air-dried and wrapped in 50µ PVC film or plastic bags. After the treatments, the fruits were submitted to refrigerated storage (1ºC and 70% of RH for a 35-day period, being evaluated every 7 days. Use of the

  19. Influência da cama de frango e de espaçamentos entre plantas na produtividade agroeconômica de mandioquinha-salsa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elissandra Pacito Torales

    2014-04-01

    Full Text Available A cultura da mandioquinha-salsa constitui-se em ótima alternativa para pequenos e médios produtores, especialmente dentro dos conceitos de agricultura familiar. O objetivo deste trabalho foi conhecer a produtividade agroeconômica da mandioquinha-salsa cultivada com dois espaçamentos entre plantas (20 e 25 cm e formas de adição de massa seca de cama de frango ao solo [cobertura (10 t ha-1, incorporada (10 t ha-1, cobertura (5 t ha-1 + incorporada (5 t ha-1 e sem cama de frango (0 t ha-1], realizando duas colheitas independentes em diferentes estágios de maturação, 50% e 70% de senescência, que ocorreram respectivamente aos 224 e 249 dias após o plantio (DAP. As características avaliadas não foram influenciadas significativamente pela interação espaçamentos entre plantas e formas de adição de cama de frango, mas foram influenciadas pelas formas isoladas. As maiores massas de matérias frescas de folhas, coroas e os rebentos foram obtidos com o espaçamento de 25 cm entre plantas, nas duas colheitas. Aos 50% de senescência os aumentos foram de 27% (folhas, 28% (coroas e 37% (rebentos e aos 249 DAP foram de 25% (folhas, 13% (coroas, 18% (rebentos e 22% (raízes comerciais em relação a 20 cm entre plantas. Aos 70% de senescência as melhores produções de raízes comerciais foram com a cama de frango incorporada e em cobertura + incorporada, que superaram em 10,27 t ha-1 e 7,29 t ha-1, respectivamente, sem a cama de frango. Para serem obtidas maiores produtividades de raízes comerciais, o cultivo em canteiros da mandioquinha-salsa 'Amarela de Carandaí' deve ser feito com espaçamento de 25 cm entre plantas e com a adição ao solo de cama de frango na forma incorporada, realizando a colheita com 70% de senescência da parte foliar aos 249 DAP.

  20. Efeito do ensacamento na qualidade dos frutos e na incidência da broca-dos-frutos da atemoieira e da pinheira Bagging effect upon either quality of the fruits and incidence of the fruit borer in atemoya and sweetsop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Cristian Toledo Pereira

    2009-01-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar o uso de diferentes invólucros nos frutos de atemoieira e pinheira na qualidade físico-química dos frutos e na incidência da broca-dos-frutos, Cerconota anonella. Os experimentos foram instalados em dois pomares comerciais: um de atemoieira no município de Matias Cardoso e outro de pinheira no município de Verdelândia, Norte de Minas Gerais. Os tratamentos para a atemoieira consistiram em: 1 Testemunha (sem ensacamento; 2 Saco plástico leitoso; 3 Saco de TNT (tecido-não-tecido branco sem fundo e 4 Saco de TNT branco com fundo. Para a pinheira foi modificado apenas o tratamento 2 para saco de papel pardo. Avaliaram-se número de dias da polinização à colheita, número de dias da colheita ao amadurecimento, ocorrência de injúrias e brocas e características físico-químicas dos frutos. Observam-se maior número de dias entre a colheita e o amadurecimento e mais firmeza nos frutos de pinheira não-ensacados. O uso do plástico leitoso controlou a broca em frutos de atemoieira. As características físico-químicas: massa, comprimento, diâmetro dos frutos e teor de sólidos solúveis totais da polpa não foram influenciados pelo uso dos invólucros.This study was conducted to evaluate the effect from using different involucres for fruits of the atemoya and sweetsop upon either physiochemical quality of the fruits and incidence of the fruit borer Cerconota anonella. The experiments were set up in two commercial orchards: one with atemoya at Matias Cardoso county and the other one with sweetsop at Verdelândia on northern Minas Gerais state. The treatments for atemoya consisted of: 1 Control (without bagging; 2 Milky plastic bag; 3 White, bottomless, tissue-non-tissue (TNT bag; and (4 With bottom TNT bag. For the sweetsop, only treatment 2 was modified to brown paper bag. The following evaluation were performed: the number of days from pollination to harvest, number of days from harvest to ripening

  1. Efeito de diferentes épocas de desfolha e de colheita na composição do vinho Cabernet Sauvignon Effect of different defoliation and harvesting times in the composition of Cabernet Sauvignon wine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vitor Manfroi

    1997-03-01

    Full Text Available O trabalho foi realizado em Santana do Livramento. Rio Grande do Sul, com o objetivo de avaliar o efeito de épocas de desfolha e de colheita sobre a composição físico-química do vinho Cabernet Sauvignon. O experimento foi conduzido num fatoriat incompleto, com quatro épocas de desfolha e três épocas de colheita, realizadas em função de uma data ideal de colheita, totalizando onze tratamentos, com três repetições. A intensidade de desfolha foi de aproximadamente 25%. Os vinhos foram elaborados através de microvinificações. Os resultados mostraram que a época de desfolha não afetou de forma significativa a maioria das variáveis analisadas no vinho, à exceçao do álcool, açúcares redutores e extraio seco. A época de colheita, por outro lado, influiu significativamente na maior parte das variáveis, exceto na acidez total e na acidez volátil, o que sugere uma maior influência deste fator sobre a composição e qualidade do vinho.The fleld work was carried out in Santana do Livramento, State of Rio Grande do Sul, Brazil, aiming to evaluate the effect of defotiation and harvesting times on the physicchemical composition of Cabernet Sauvignon wines. The experimental design was an incompletely factorial with four defotiation times and three harvesting limes at on ideal harvest date with a total of eleven treatments in three replicales. The defotiation intensity was about 25% and wines were elaborated in small volumes The results showed that the time of defotiation did not have significam effect on the majority of the variables anatyzed, exception on the alcohot, reducing sugars and dry extract. On the other hand, the harvesting time had a significant effect on almost ali variables, exception to the total and votatile acidities. These results suggests a greater influence of the harvesting time on the composition and quatity of Cabernet Sauvignon wine.

  2. Cinética da produção do fermentado alcoólico de abacaxi ‘pérola’ e caracterização da bebida

    OpenAIRE

    Parente, Gisleânia Dourado Landim; Almeida, Mércia M. de; Silva, Jéssica L. da; Silva, Clovis G. da; Alves, Manoel F.

    2014-01-01

    As bebidas fermentadas de frutas são produtos promissores devido à tendência de aceitação em pesquisas de consumo, além de contribuírem para a redução de perdas pós-colheita de frutos perecíveis. Desta forma, este trabalho tem por objetivo estudar a produção do fermentado de abacaxi ‘Pérola’ utilizando a levedura de panificação e avaliar sua composição físico-química confrontando com a legislação vigente acerca de bebidas. O suco de abacaxi utilizado na produção da bebida, foi caracterizado f...

  3. Determinação do ponto de colheita e indução à abertura floral do crisântemo cultivar White Polaris em diferentes concentrações de sacarose Stage of harvest and flower opening induction at different sucrose concentrations in spray chrysánthemum cv. White Polaris

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Julio Flórez Roncancio

    1995-01-01

    Full Text Available Realizou-se pesquisa objetivando determinar o melhor entre quatro pontos de colheita da haste floral de crisântemos de maço do tipo pompom cv. White Polaris a concentração mais adequada de sacarose para tratamento de "pulsing" dessas hastes: estas foram colhidas em estufa de produção comercial, nos pontos preestabelecidos e transportadas para laboratório, onde foram totalmente imersas em água de torneira, à sombra, durante três horas. Selecionaram-se as hastes pela uniformidade do seu desenvolvimento e cortaram-nas sob água na base do caule, entre 50 e 60 cm, e identificadas, o que permitiu avaliar as mudanças morfológicas associadas às inflorescências individuais. As hastes foram distribuídas e mantidas nos diferentes tratamentos de "pulsing" durante 24 horas, à luz branca contínua de 1.500 lux, 60 a 90% de umidade relativa do ar e temperatura ambiente de 25 ± 2°C. Após o tratamento de "pulsing", as hastes foram transferidas para água destilada, permanecendo por 10 horas sob luz branca contínua, nas mesmas condições de laboratório citadas. A vida floral em vaso começou a ser avaliada na instalação do experimento, após o tratamento de "pulsing", e terminou quando as folhas e pétalas perderam a turgescência e o valor decorativo. As hastes colhidas em estádio de botão (25 e 50% de abertura das inflorescências apicais não alcançaram o ponto de abertura adequado em nenhuma das seis concentrações de sacarose (0 a 146,07 mol/m³; as concentrações de 116,9 146,1 mol/m³, porém, estimularam, em geral, a abertura de botões. Os pontos de colheita 1 e 2 (100 e 75% de abertura das inflorescências apicais respectivamente apresentaram bons resultados em todas as concentrações de sacarose.Flowers of spray chrysanthemum cv. White Polaris were cut at 4 stages and treated in pulsing solutions of distilled water plus 0 to 146.1 mol/m³ sucrose. The flowers were harvested in local commercial greenhouses, at various

  4. Microbiota conjuntival de cães sadios da cidade de Araçatuba (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andrade Alexandre Lima de

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os microrganismos da conjuntiva ocular de cães clinicamente sadios na região de Araçatuba (SP, no verão e no inverno. Métodos: Foram utilizados quarenta cães, machos e fêmeas, com idade variando entre 2 e 5 anos. Após limpeza ocular com água tratada, foram realizadas colheitas de material do saco conjuntival inferior com auxílio de "swabs" estéreis, para posterior isolamento e identificação de bactérias aeróbicas, anaeróbicas e fungos. Resultados: As bactérias de maior ocorrência foram o Staphylococcus aureus e o Staphylococcus beta-haemolyticus. O fungo de maior ocorrência foi Penicilium sp. Conclusão: Pôde-se concluir que houve variação da microbiota conjuntival normal em função da estação do ano. Dos microrganismos isolados, o único que apresentou diferença estatística significativa quanto à incidência sazonal foi o Staphylococcus beta-haemolyticus, que foi isolado apenas no inverno.

  5. Características agronômicas da mamoneira afetadas pelo método de condução de plantas e densidade de semeadura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Samuel Luiz Fioreze

    Full Text Available RESUMO A cultura da mamona possui grande potencial para o cultivo em condições brasileiras, contudo, deve-se buscar métodos cada vez mais eficientes de manejo da cultura, a fim de atingir altas produtividades e introduzir de modo definitivo a cultura no sistema agrícola nacional. O objetivo do presente estudo foi avaliar as características agronômicas e a produtividade da mamoneira em função do método de condução de plantas e da densidade de cultivo. O estudo foi conduzido em condições de campo no ano agrícola de 2010, utilizando a cultivar IAC 2028, em delineamento experimental de blocos casualizados em esquema fatorial 2x3 com quatro repetições. O primeiro fator foi composto por duas densidades de semeadura (26666 e 111111 plantas ha-1, enquanto o segundo fator foi composto por três métodos de condução de plantas (testemunha, poda parcial e poda+desbrota. Ao final do desenvolvimento da cultura, foram determinadas as características agronômicas das plantas, os componentes da produção e a produtividade. A poda + desbrota proporcionou melhoria dos caracteres agronômicos, sem afetar a produtividade e reduziu o ciclo da cultura em até 30 dias. Este comportamento, aliado à maturação uniforme, pode proporcionar a colheita mecanizada da cultura, além de proporcionar o cultivo da mamoneira em janelas de cultivo na safrinha, sem prejudicar a implantação da safra seguinte. O cultivo adensado de plantas de mamona limitou a emissão de ramos produtivos secundários sem afetar a produtividade, revelando elevada plasticidade fenotípica no desenvolvimento da cultura.

  6. Aplicação de ácido giberélico (GA3 em précolheita de tangerina ‘Poncã’ (Citrus reticulata blanco = Application of Gibberelic acid (GA3 on preharvest of ‘Ponkan’ mandarin (Citrus reticulata Blanco fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júnior Cesar Modesto

    2006-01-01

    Full Text Available O experimento foi instalado em pomar comercial de tangerineira ‘Poncã’ (Citrus reticulata Blanco, enxertadas sobre tangerineira ‘Cleópatra’ (Citrus reshni Hort. ex Tan., em Pratânia, Estado de S��o Paulo, Brasil. Adotouse o delineamento experimental em blocoscasualizados com 4 repetições. Os tratamentos empregados foram: 0 (controle, 5, 10, 15 e 20 mg L1 de ácido giberélico (GA3. A aplicação dos tratamentos foi realizada com atomizador tratorizado. Na mudança de coloração dos frutos, utilizaramse 5,9 litros de solução por planta, com adição de 0,03% de surfatante não iônico com 25% de Alquil fenol poliglicoléter. As análises da qualidade dos frutos foram realizadas aos 13, 45, 75 e 111 dias após a aplicação dos tratamentos (DAT. Não se verificou influência da aplicação de GA3 na massa fresca dos frutos, no conteúdo de sólidos solúveis totais, na acidez total titulável e “ratio”. No entanto foi observado atraso na colheita de frutos, induzido pelo efeito fisiológico do ácido giberélico. The experiment was carried out in a commercial orchard of ‘Ponkan’ mandarin (Citrus reticulata Blanco, grafted on ‘Cleopatra’ mandarin (Citrus reshni Hort. ex Tan., in Pratânia, state of São Paulo, Brazil. The utilized experimental design was composed of randomized blocks of four replications. The treatments consisted of: 0 (control,5, 10, 15 and 20 mg L1 of Gibberellic acid (GA3. Atomizer equipment was utilized for the application of the treatments. Each plant received 5.9 liters of solution, in which 0.03% of nonionic surfactant with 25% of alkylphenol ethoxylate was added, in order to change fruit coloration. The analyses of fruit quality were developed on the 13th, 45th, 75th and 111th days after the application of the treatments (DAT. Results showed that the application of GA3 did not affect fruit fresh mass, total soluble solids content, total titulable acidity and ratio. However, a delay in fruit

  7. Qualidade de sementes de soja em função do horário de colheita e do sistema de trilha de fluxo radial e axial Soybean seeds quality in function of the harvest time and the radial or axial rotary flow track system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria C Marcondes

    2010-04-01

    Full Text Available O trabalho objetivou avaliar dois tipos de colhedoras, de fluxo radial e axial, em relação à qualidade física e fisiológica de sementes de duas cultivares de soja, BRS 184 e BRS 133, colhidas em dois horários, às 10 e 18 horas. A colhedora de fluxo radial trabalhou a 5,0 km h-1 , com o cilindro batedor a 750 rotações por minuto (rpm. A colhedora de fluxo axial trabalhou a 8,0 km h-1, e rotor com 650 rpm. Para a avaliação da qualidade física e fisiológica das sementes, foram realizados testes de germinação, envelhecimento acelerado, tetrazólio, dano mecânico (hipoclorito, umidade de campo e laboratório, sementes quebradas (bandinha e pureza. A colheita realizada às 18 horas, com grau de umidade menor que 12%, ocasionou maiores danos mecânicos nas sementes da cultivar BRS 184. A colhedora de sistema de fluxo axial resultou em sementes de melhor qualidade fisiológica para a cultivar BRS 184, e em menores percentuais de sementes quebradas e maior pureza para ambas as cultivares, comparativamente à colhedora de sistema de trilha com fluxo radial.This experiment aimed to evaluate two types of harvest combines, the radial flow and axial flow rotary, regarding the physical and physiological seed quality of BRS 184 and BRS 133 soybeans cultivars, harvested in two periods of the day, at 10 a.m. and 6 p.m. The conventional combine worked moving at 5.0 km h-1, cylinder speed at 750 rotations per minute (rpm. The axial rotary combine worked moving at 8.0 km h, rotorspeed at 650 rpm. The germination test, vigour test, tetrazolium, mechanical (hypochlorite damage, field and laboratory humidity test, broken seeds test and purity test were used to evaluate the physical and physiological quality of the seeds. The experiment performed at 6 pm, with a humidity level inferior to 12%, presented greater mechanical damages in BRS 184 seeds. The axial flow rotary harvest presented better seed physiological quality for BRS 184 cultivar, less

  8. Effect of aminoethoxyvinylglycine on biochemical, physicomechanical and colour properties of cv. Braeburn applesEfeito da aminoetoxivinilglicina nas propriedades físico-mecânicas, bioquímicas e cor da maçã cv. Braeburn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Burhan Ozturk

    2013-06-01

    Full Text Available Foram determinados os efeitos do tratamento em pré-colheita com aminoetoxivinilglicina (AVG nas propriedades bioquímicas, físico-mecânicas e características da cor da maçã ‘Braeburn’. AVG foi aplicado quatro semanas antes da data estimada de colheita, em quatro doses (0, 100, 300 e 500 mgL- 1. Enquanto os menores valores de sólidos solúveis totais e pH foram obtidos no tratamento com 500 mgL-1 AVG, os maiores valores foram obtidos no tratamento com 0 mgL-1 AVG. A acidez titulável foi maior no tratamento com 500 mgL-1 AVG do que nos tratamentos 100 e 300 mgL-1. A maior atividade de fenólicos totais e antioxidantes na polpa e na casca da maçã foi obtida no tratamento com 0 mgL-1 AVG, enquanto que o menor valor foi obtido no tratamento com 500 mgL-1 AVG. Com o aumento das doses de AVG, a antocianina monomérica total foi reduzida. As médias geométricas diâmetro do fruto, massa do fruto, força de remoção de frutas, polpa e casca aumentaram com o aumento das doses de AVG. Os valores do ângulo da matriz de polpa e casca da fruta foram menores no tratamento com 0 mgL-1 AVG.The effect of preharvest AVG (aminoethoxyvinylglycine treatments on the biochemical, physicomechanical properties and colour characteristics of cv. Braeburn apples were determined. AVG was applied in four different doses (0, 100, 300 and 500 mgL-1 AVG 4 weeks before the estimated harvest date. While the lowest values of total soluble solid content and pH were obtained from 500 mgL-1 AVG treatment, the highest values were obtained from control. The titratable acidity was higher in 500 mgL-1 AVG treatment than those of the 100 and 300 mgL-1 AVG treatments. The highest total phenolic and antioxidant activity of both flesh and skin apple was obtained from control, whereas lowest value was obtained from 500 mgL-1 AVG treatment. With increasing doses of AVG, the total monomeric anthocyanin was reduced. The geometric means: fruit diameter, fruit mass, fruit removal

  9. Aplicação de reguladores vegetais no retardamento da abscisão de frutos de laranjeira-'Hamlin'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALMEIDA ISOLINA MARIA LEITE DE

    2002-01-01

    Full Text Available O trabalho avaliou os efeitos de auxinas e giberelina, combinadas e aplicadas em pré-colheita no desenvolvimento e na porcentagem de queda natural dos frutos de laranjeira-'Hamlin' (Citrus sinensis Osbeck. Foram realizadas 3 aplicações a intervalos de 45 dias dos seguintes tratamentos, via foliar: GA3 + NAA a 12,5mg.L-1 de cada; GA3 + NAA a 25mg.L-1; GA3 + 2,4-D a 12,5mg.L-1; GA3 + 2,4-D a 25mg.L-1; NAA + 2,4-D a 12,5mg.L-1; NAA + 2,4-D a 25mg.L-1; testemunha (água. As variáveis avaliadas foram: porcentagem de queda natural dos frutos (%, massa fresca de frutos (g e teor de suco no fruto (%. Os resultados obtidos mostram que a utilização de reguladores vegetais atrasa a queda natural de frutos de laranjeira-'Hamlin', podendo-se prolongar o período de colheita, destacando-se o tratamento com GA3 25mg.L-1 +2,4-D 25mg.L-1 e também não influenciaram no aumento da massa fresca e no teor de suco dos frutos.

  10. A precarização do trabalho e a produção de acidentes na colheita de árvores

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ada Ávila Assunção

    Full Text Available A indústria florestal apresenta as maiores taxas de mortalidade associada ao trabalho no mundo, apesar da introdução da mecanização no setor. Neste artigo, foram estudados os documentos da Comissão Parlamentar de Inquérito instituída para verificar os acidentes fatais ocorridos em Minas Gerais. Analisou-se o processo de trabalho realizado pelas equipes de corte de árvores de uma empresa do setor de extrativismo vegetal e constatou-se que o conhecimento acumulado quanto aos fatores de risco de acidentes nesse setor não orientou a transformação das situações de trabalho. O momento da derrubada de árvores e os riscos consequentes de ser "atingido por" são as principais causas dos acidentes e motivaram a demanda do estudo, sendo coerentes com a descrição encontrada na literatura. As relações de trabalho precarizadas predominam no setor. Os autores associam a manutenção da exposição aos riscos à terceirização crescente, concentrada nas fases da produção, reconhecidas como perigosas.

  11. Performance during post-harvest storage of banana cv. 'prata', 'maçã' and 'nanica' exposed to physical and chemical treatments Comportamento pós-colheita durante armazenamento de bananas 'prata', 'maçã' e 'nanica' submetidas a tratamentos físicos e químicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia R. M. Coelho

    2011-01-01

    . O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de produtos utilizados para tratamento pós-colheita que permitam ampliar o tempo de armazenamento de banana das cultivares Prata, Maçã e Nanica. Os frutos, com coloração da casca totalmente verde, foram submetidos a seis diferentes tratamentos: T - imersão em água potável por 3 minutos (testemunha; H3 - hidrotérmico (50 °C por 3 minutos; H8 - hidrotérmico (50 °C por 8 minutos; HP - imersão em hipoclorito a 0,2% por 3 minutos; OS - imersão em óleo de soja a 10% por 3 minutos, e OM - imersão em óleo mineral a 10% por 3 minutos. Esses foram armazenados à temperatura ambiente com média de 21 ºC durante 14 dias e avaliados em três períodos (1; 7 e 14 dias, em relação à coloração da casca, relação polpa/casca, acidez titulável (AT, sólidos solúveis (SS, relação SS/AT e pH. Os frutos das cultivares Prata e Maçã, submetidos aos tratamentos H3, H8 e HP, amadureceram juntamente com a testemunha, cujo parâmetro foi a coloração observada, a qual apresentou aumento dos sólidos solúveis, relação polpa/casca, acidez e redução do pH; entretanto, os da cultivar Nanica não apresentaram diferenças para os tratamentos aplicados em relação à testemunha. Os tratamentos OS e OM mantiveram os frutos verdes das cultivares Prata e Nanica por mais tempo, porém observaram-se alterações da casca, que apresentou manchas escuras na banana 'Prata' e aspecto amolecido para a banana 'Nanica', indicando toxidez desses tratamentos. Os frutos da cultivar Maçã permaneceram verdes com a aplicação de óleo mineral e sem toxidez. A aplicação dos tratamentos testados não foi vantajosa para o armazenamento dos frutos.

  12. Preharvest calcium sprays were not always needed to improve quality of 'gala' apples in Brazil Pulverizações com cálcio em pré-colheita nem sempre melhoram a qualidade de maçãs 'gala' no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ernani

    2008-12-01

    capacidade de armazenamento de maçãs porque este nutriente ajuda a prevenir muitos distúrbios fisiológicos, associado ao fato de que a absorção de Ca, a partir do solo, às vezes não chega aos frutos em quantidades adequadas. Como a eficiência das pulverizações com Ca varia com o tipo de solo, com a cultivar e com as condições climáticas, conduziu-se o presente trabalho com o objetivo de avaliar o efeito das mesmas na qualidade e na capacidade de armazenamento de maçãs da cultivar Gala. O experimento foi conduzido de 1998 até 2004, em Vacaria-RS, sobre um pomar plantado em 1988, numa densidade de 1.234 árvores por hectare. Os tratamentos consistiram em 0; 4; 8 e 12 pulverizações anuais com solução de CaCl2 0,5%, regularmente distribuídas desde 30 dias após a queda de pétalas até uma semana antes da colheita. Frutos de mesmo tamanho e com mesmo nível de maturação foram analisados na colheita e após 5 meses de armazenamento em câmaras frigoríficas convencionais (-1ºC e 90-95% UR. Em cinco das seis safras, não houve incidência de distúrbios fisiológicos nos frutos em nenhum tratamento, e as pulverizações com Ca não afetaram a composição química das folhas e nenhum atributo dos frutos (sólidos solúveis, acidez titulável, índice de iodo-amido, firmeza e concentração de N, K, Ca e Mg. Na safra de 2000/2001, entretanto, quando a produtividade foi baixa (18 t ha-1 e os frutos apresentavam um peso médio de 175 g, a incidência de "bitter pit" e a depressão lenticelar atingiram 24% das maçãs que não foram pulverizadas com Ca, tendo diminuído para 2% nas que receberam 12 pulverizações. Dois anos mais tarde, a produtividade foi novamente baixa (25 t ha-1, e os frutos foram grandes (168 g, mas não houve incidência de nenhum distúrbio fisiológico, independentemente do número de pulverizações com Ca. Verifica-se, portanto, que o aparecimento de distúrbios fisiológicos em maçãs 'Gala', produzidas em pomares da região Sul do

  13. Qualidade pós-colheita de frutos de meloeiro fertirrigado com diferentes doses de potássio e lâminas de irrigação Postharvest quality of melon fertirrigated with different doses of potassium and irrigation levels

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manuel A. N. Vásquez

    2005-06-01

    Full Text Available Em função de se desejar avaliar a qualidade pós-colheita de frutos de meloeiro fertirrigado com diferentes níveis de irrigação e doses de potássio, conduziu-se um estudo em ambiente protegido na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, localizado no município de Piracicaba, SP. Os tratamentos foram compostos da combinação de três fatores: duas posições de instalação das linhas porta-gotejadores (superficial, P1 = 0 e enterrado P2 = 0,2 m da superfície do solo, três lâminas de irrigação (L1 = 33%; L2 = 67% e L3 = 100% da evaporação diária do mini-tanque evaporimétrico e quatro doses de potássio (K0 = 0; K1 = 6; K2 = 9 e K3 = 12 g de K2O por planta. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casu-alizados completos com 3 repetições e os fatores estudados foram arranjados no esquema fatorial de 4 x 3 x 2. Os resultados mostram que a dose de 9 g de K(20 por planta e a lâmina de 269,6 mm proporcionaram maiores valores de sólidos solúveis totais. O pH dos frutos de melão cresceu com o aumento das doses de K(20 até a lâmina de 269,60 mm L2 e linhas porta-gotejadores enterradas. Houve um incremento na acidez total titulável com o aumento das doses de potássio, até 9 g de K2O por planta e, também, ligeiro decréscimo quando se aumentou o nível de irrigação para as linhas de porta-gotejadores enterradas.To evaluate the postharvest quality of melon, fertirrigated by sufarce or subsurface drip emitters, with different potassium doses and irrigation water depths, a study was carried out under greenhouse conditions, in the experimental field of Departamento de Engenharia Rural da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"- USP, Piracicaba, SP. Treatments were composed of the combinations of three factors: two installation dripper depths (0 and 0.2 m, three irrigation levels (1, 2/3 and 1/3 of daily evaporation, measured by a modifield pan and four potassium doses (0; 6; 9 e 12

  14. Espaçamento de plantio e intervalos de colheita na biomassa e no óleo essencial de gerânio Plant spacing and harvest intervals on biomass and essential oil of geranium

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arie F Blank

    2012-12-01

    Full Text Available O gerânio (Pelargonium graveolens é uma erva aromática e seu óleo essencial é comumente utilizado na constituição de fármacos e cosméticos no mundo. A planta adapta-se bem às condições climáticas do nordeste brasileiro, mas são escassos os dados sobre seu rendimento quantitativo e qualitativo. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de espaçamento de plantas e intervalos de colheita em gerânio na produção de biomassa e de óleo essencial. Foram testados três espaçamentos de plantio (50x50, 50x60 e 50x80 cm e três intervalos de colheita (8, 12 e 16 semanas. Os maiores valores totais de massa fresca e seca de folhas e caules (2679,04 g m-2; 424,62 g m-2; 1035,08 g m-2; 136,85 g m-2, respectivamente e rendimento de óleo essencial (7,56 mL m-2, que são características de interesse direto para o mercado, foram obtidos em intervalo de colheita de oito semanas e no espaçamento de 50x50 cm. Nas demais variáveis analisadas, houve pouca diferenciação entre os tratamentos, contudo, períodos longos de colheita são menos produtivos, pois houve queda nos valores de todas as variáveis nas ultimas colheitas de cada intervalo. Assim, melhores resultados de quantidade e qualidade para o gerânio foram obtidos com intervalo de 8 semanas e no espaçamento 50x50 cm.Geranium (Pelargonium graveolens is an aromatic herb and its essential oil is commonly used in the creation of drugs and cosmetics worldwide. The plant is well adapted to the climatic conditions of the Brazilian northeast, but there are few data on its quantitative and qualitative yield. The aim of this study was to evaluate the influence of plant spacing and harvest intervals of geranium on the production of biomass and essential oil. Three different plant spacings (50x50, 50x60 and 50x80 cm and three harvest intervals (8, 12 and 16 weeks were tested. The highest values of total fresh and dry weight of leaves and stems (2679.04 g m-2; 424.62 g m-2; 1035.08 g m-2

  15. O uso da entrevista na pesquisa-intervenção participativa em saúde mental: o dispositivo GAM como entrevista coletiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christian Sade

    2013-10-01

    Full Text Available O artigo propõe-se a discutir um modo de fazer entrevista em sintonia com o ideário da Reforma Psiquiátrica brasileira. Na metodologia de uma pesquisa-intervenção participativa da saúde mental, a entrevista é um procedimento menos de coleta do que de colheita de dados; voltada ao cultivo dos princípios da atenção psicossocial, da autonomia como direção do tratamento, do protagonismo do usuário e de sua rede social e de sua participação cidadã. Inspirados na técnica da entrevista de explicitação, entendemos que o manejo da entrevista supõe uma atitude de abertura capaz de promover e acolher diferentes pontos de vista. Tal atitude faz da entrevista uma experiência coletiva, de compartilhamento e de pertencimento, permitindo que os participantes se reposicionem subjetivamente e que haja a contração de grupalidade. Como exemplo do emprego da entrevista como ferramenta metodológica na investigação em saúde mental é citada a pesquisa de adaptação do dispositivo Gestão Autônoma da Medicação (GAM. É uma abordagem de intervenção norteada por princípios que valorizam a autonomia e o protagonismo dos usuários de psicofármacos, a sua qualidade de vida, os seus direitos e o reconhecimento das significações plurais da medicação e entendido aqui como uma prática de entrevista coletiva.

  16. Uso de antagonistas e produtos alternativos no manejo pós-colheita de podridão mole em pimentão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Silva e Silva

    Full Text Available Visando o controle da podridão mole causada por Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum (Pcc em pimentão, foram avaliados 10 tratamentos: Bacillus spp.: isolado C116 (B. pumilus; Leveduras: isolados Lma (Rhodotorula aurantiaca e Lms (R. glutinis; Fosfito de potássio e cálcio; Fontes de cálcio: CaCl2, Ca(CO32 e Ca(SO42; fungicida/bactericida orgânico Antica®; antibiótico Kasumin®. Após a determinação da concentração dos antagonistas e produtos alternativos pelo teste do antibiograma, foi realizado o teste in vivo, pela inoculação do patógeno, seis horas após os tratamentos com os antagonistas e produtos alternativos. Foram determinados o Período de Incubação (PI, Severidade da doença (SEV, Redução da severidade da doença (RSD% e Área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD. Todos os tratamentos testados apresentaram maiores valores de PI e RSD% e menores valores de SEV e AACPD quando comparados à testemunha. Fosfito de cálcio, C116, Lms, Lma e fosfito de potássio foram significativamente superiores quando comparados como demais tratamentos. Pcc foi resistente ao Kasumin®, possuindo SEV e AACPD que não diferiram significativamente da testemunha.

  17. Uso da desfolha para indução da brotação de atemoleiras 'Gefner'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando José Hawerroth

    2014-12-01

    Full Text Available A utilização de práticas culturais que permitam programar a época de produção é fundamental para a exploração da cultura da atemoleira em clima tropical. Em determinados tipos de clima, associada a outras técnicas culturais, a desfolha permite induzir a brotação das gemas de atemoleira, podendo controlar a época de produção da cultura. Objetivou-se com este trabalho avaliar diferentes tratamentos de desfolha para a indução da brotação de atemoleiras sob condições tropicais. O experimento foi realizado em cultivo comercial localizado no município de Limoeiro do Norte-CE, utilizando atemoleiras 'Gefner' com cinco anos de idade, enxertadas sob o porta-enxerto de pinha. Cerca de dez dias após a colheita, realizou-se a poda de produção e, em seguida, aplicaram-se os tratamentos: 1 testemunha (sem aplicação da desfolha; 2 desfolha manual; 3 ureia 150 g L-1; 4 ureia 150 g L-1 + óleo mineral 24 mL L-1; 5 ureia 150 g L-1 + sulfato de cobre 10 g L-1; 6 sulfato de cobre 10 g L-1 +óleo mineral 24 mL L-1; 7 ureia 150 g L-1 + óleo mineral 24 mL L-1 + sulfato de cobre 10 g L-1; 8 etefom 2,4 mL L-1. Todos os tratamentos químicos testados induziram a desfolha e a brotação, sobretudo as aplicações foliares de etefom 2,4 mL L-1 e combinação de sulfato de cobre 10 g L-1 + óleo mineral 24 mL L-1.

  18. Estimativa da evapotranspiração e coeficiente de cultivo da Heliconia bihai L., cultivada em ambiente protegido.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rubens Sonsol Gondim

    2008-07-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido em ambiente protegido, do tipo telado, no Campo Experimental do Curu, região litorânea do Estado do Ceará, e teve como objetivo estimar a evapotranspiração e os coeficientes de cultivo da Heliconia bihai L. empregando o método do balanço hídrico e a vapotranspiração de referência (ETo estimada pelo método de Penman-Monteith-FAO e tanque Classe A. Utilizou-se na cultura o espaçamento de 2,00 m entre fileiras por 1,00 m entre plantas e irrigação por microaspersão. A taxa média de ETc foi de 2,3 mm dia-1, totalizando 174,7 mm para todo o período. Com relação às fases fenológicas da cultura, observou-se uma ETc 2,2 mm dia-1 durante a fase F2 (10% até 80% de cobertura vegetal; 2,3 mm dia-1 na fase F3 (80% de cobertura até o inicio da floração e 2,5 mm dia-1 na fase F4 (início da floração até a colheita. Os valores de coeficientes de cultivo (Kc foram maiores quando a ETo foi estimada pelo tanque Classe A, em relação aos valores da ETo estimados pelo método de Penman-Monteith-FAO. Empregando o primeiro método, os valores de Kc foram 0,80; 1,20 e 1,20, enquanto para Penman-Monteith-FAO foram 0,60; 0,80 e 0,80, nas fases F2; F3 e F4, espectivamente.

  19. Estádio de maturação de frutos e remoção física da sarcotesta na produção de mudas de mamão

    OpenAIRE

    Aniela Pilar Campos de Melo; Alexsander Seleguini

    2013-01-01

    O uso de mudas de qualidade é primordial para o sucesso na implantação do cultivo domamoeiro. Entretanto, a presença da sarcotesta nas sementes e a dormência pós-colheita defrutos podem prejudicar a produção de mudas em escala comercial. Desta forma, em casa-devegetação,avaliou-se na emergência e no desenvolvimento de mudas de mamoeiro os efeitos dacombinação entre o estádio de maturação de frutos e métodos físicos de remoção da sarcotesta.Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, em...

  20. Supressão da função gonadal em potras após o nascimento, refletido pela concentração sérica de esteróides gonadais

    OpenAIRE

    NOGUEIRA, Guilherme de Paula; BARNABE, Renato Campanarut; MOREIRA, Alankardson Ferreira; VERRESCHI, Ieda Terezinha do Nascimento

    2000-01-01

    A maturação sexual envolve a supressão da atividade gonadal entre o nascimento e a puberdade, enquanto o desenvolvimento somático prossegue. A esteroidogênese na gônada fetal é muito importante para a manutenção da prenhez e para o parto das éguas. O presente trabalho foi conduzido para avaliar os níveis séricos de esteróides gonadais em potras após o nascimento. Cinco potras nascidas no Haras Equília, Avaré, São Paulo, foram estudadas. Procedeu-se à colheita de sangue diariamente pela manhã,...

  1. Potenciais alternativas com extratos vegetais no controle da pinta preta do tomateiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edvan Nilson de Almeida

    2017-10-01

    Full Text Available Objetivou-se com o presente estudo avaliar o potencial antifúngico de três espécies de plantas medicinais: Zingiber officinale (gengibre, Allium sativum L. (alho e Caryophyllus aromaticus L. (cravo-da-índia in vitro e in vivo, para o controle do patógeno Alternaria solani, agente causal da pinta preta. Avaliou-se in vitro o crescimento micelial, germinação de esporos e o tamanho de tubos germinativos de A. solani nas concentrações de 1,0, 5,0, 10, 15 e 20%. Para a avaliação in vivo sementes de tomateiro cv. Santa Cruz Kada foram semeadas em bandejas de isopor de 200 células contendo substrato comercial. Após 30 dias as mudas foram transplantadas para vasos de 5 L contendo solo e mantidas em casa de vegetação. Os tratamentos para o ensaio em in vivo foram extrato aquoso de gengibre, alho e cravo-da-índia na concentração de 20%. As aplicações foram iniciadas após 47 dias do transplante das mudas para casa de vegetação, sendo realizada uma vez por semana até o momento da colheita. Foram realizadas avaliações da área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD, número médio e peso de frutos. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições. Os extratos de cravo-da-índia, alho e gengibre apresentaram efeito inibidor direto sobre o fungo e reduziram a AACPD em 55,8, 29,5 e 22,5% em relação à testemunha água, respectivamente. Esses resultados indicam potencial dos extratos vegetais avaliados no controle da pinta preta do tomateiro, com destaque para o extrato de cravo-da-índia.

  2. Estimativa do consumo hídrico da goiabeira, utilizando estações agrometeorológicas automática e convencional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teixeira Antônio Heriberto de Castro

    2003-01-01

    Full Text Available A evapotranspiração (ETc e o coeficiente de cultura (Kc da goiabeira (Psidium guajava L. cv. Paluma, aos dois anos e três meses após o plantio e irrigada por microaspersão, foram determinados durante um ciclo de produção, em Petrolina-PE, Brasil. O método da razão de Bowen foi utilizado para a estimativa da evapotranspiração da cultura (ETc, enquanto o de Penmam-Monteith foi empregado para a estimativa da evapotranspiração de referência (ETo, com a utilização de duas estações agrometeorológicas, uma automática e outra convencional. A ETc acumulada entre a poda (junho de 2001 e a colheita (dezembro de 2001 foi de 906 mm em 200 dias, correspondendo a um valor médio de 4,53 ± 0,68 mm.dia-1. O Kc apresentou valores entre 0,75 a 0,93 e de 0,61 a 0,84, quando foram usadas as estações convencional e automática, respectivamente.

  3. Qualidade de pedúnculos de caju submetidos à aplicação pós-colheita de cálcio e armazenados sob refrigeração Quality of cashew pseudofruits treated with calcium at postharvest and stored under refrigeration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raimundo Wilane de Figueiredo

    2007-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação de cálcio pós-colheita nas características químicas, físico-químicas e nos teores de cálcio em pedúnculos de cajueiro-anão precoce CCP-76, submetidos a armazenamento refrigerado sob atmosfera modificada. Os cajus foram imersos em água e em soluções com diferentes concentrações de cloreto de cálcio (0,5, 1 e 2% p/v, por dois minutos. Os cajus foram acondicionados em bandejas de isopor, envolvidos em filme de PVC e armazenados a 5±1°C e 88±3% de umidade relativa, durante 25 dias. Os teores de sólidos solúveis e açúcares solúveis diminuíram durante o armazenamento. Os pedúnculos de caju, independentemente da dose de cálcio, apresentaram tendência à diminuição da acidez e da vitamina C com o armazenamento, enquanto o pH apresentou um pequeno e gradual crescimento. Não houve variação nas antocianinas, nos pseudofrutos de caju tratados com cálcio. Verificaram-se pequenas reduções nas frações fenólicas menos polimerizadas, durante o armazenamento. O cálcio aplicado nas doses de 0,5 e 2% aumentou os teores de cálcio nos pedúnculos até o 15º dia, com diminuição posterior até o final do experimento.The objective of this work was to evaluate the effects of postharvest calcium applications on chemical and physico-chemical characteristics, quality atributes and calcium tissue concentration of early dwarf cashew pseudofruits (Anacardium occidentale L., stored under refrigeration and modified atmosphere. The cashews were immersed in water and in different calcium chloride solution concentrations (0.5, 1 and 2% (w/v for two minutes. Cashews were put in polysterene trays, packed in polyvinyl chloride (PVC and storaged at 5±1°C, 88±3% RH for 25 days. The total soluble solids (Brix and soluble sugars decreased during storage. The pseudofruits, independent of the chloride calcium concentration, showed a tendency to decrease the total titratable acidity

  4. Metodologias para determinação da digestibilidade de dietas contendo fontes proteicas vegetal ou animal em cães Methodology for determination of digestibility of diets containing vegetable or animal protein sources in dogs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Pedro Zanatta

    2013-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar diferentes metodologias de determinação da digestibilidade em cães, alimentados com duas dietas contendo fontes proteicas animal (farinha de vísceras de aves - FVA e vegetal (farelo de soja - FS. As metodologias avaliadas foram: colheita total de fezes (CTF e os indicadores cinza insolúvel em ácido (CIA, fibra em detergente ácido (FDA e fibra bruta (FB. Foram utilizados 8 cães adultos, em delineamento Cross over, em parcela subdividida no tempo (parcela: fontes proteicas; e subparcela: metodologias de digestibilidade. O período experimental foi constituído por cinco dias de adaptação, com cinco dias de colheita total de fezes. A dieta contendo FS apresentou maior CDA da PB, enquanto a dieta contendo FVA apresentou maior CDA dos demais nutrientes e energia metabolizável (EM. Os CDA e EM determinados pela CTF e pelos indicadores não diferiram entre si, podendo ser determinados pelos indicadores FB, FDA e CIA, independentemente da fonte proteica da dieta.The objective was to evaluate different methods of measuring digestibility in dogs fed two diets containing animal (poultry by products - PBP and vegetable (soybean meal - SBM protein sources. The methods evaluated were: total fecal collection (TFC and indicators: acid insoluble ash (AIA, acid detergent fiber (ADF and crude fiber (CF. Eight dogs were distributed in Cross Over in split plots (plot: sources of protein; subplot: methods for digestibility, fed by five days of adaptation and five days of total fecal collection. The diet containing SBM had a higher ADC of CP, while the diet containing POM showed higher ADC of all nutrients and metabolizable energy (ME. The ADC and ME determined by the TFC and the indicators did not differ. Thus, the ADC of diets in dogs can be determined by TFC and CF, ADF and AIA indicators, regardless of source of dietary protein.

  5. Qualidade pós-colheita de frutos de tomate cv. Andréa tratados com etileno Postharvest quality of tomato fruits cv. Andréa treated with ethylene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Andreuccetti

    2007-03-01

    Full Text Available O tomate é uma das principais hortaliças cultivadas no Brasil e tratamentos que propiciem o controle do amadurecimento são extremamente desejáveis. Avaliou-se a qualidade pós-colheita de tomates tipo italiano tratados com etileno. Tomates 'Andréa' foram colhidos em campos de produção comercial no estádio verde-maduro, selecionados para presença de danos externos e classificados quanto ao tamanho e cor e posteriormente foram tratados com 100 µL L-1 de etileno. Os ensaios foram planejados com delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial com quatro tratamentos e quinze repetições (n=10. Após a aplicação, os frutos foram divididos em dois lotes. Um lote permaneceu a 20º±1ºC e outro foi mantido a 12,5º±1ºC, ambos sob umidade relativa 90±5%. Tomates do tratamento controle foram mantidos nas mesmas condições de temperatura e umidade relativa. Os frutos foram avaliados após cada mudança de estádio de amadurecimento para as seguintes variáveis: coloração externa (L*a*b*, perda de massa, sólidos solúveis totais, acidez titulável e teor de ácido ascórbico. A aplicação de etileno não influenciou de maneira significativa as variáveis químicas e físicas estudadas. Frutos armazenados à temperatura de 20ºC demonstraram maior porcentagem de perda de massa ao longo do amadurecimento, com média de 2,60%. A relação brix/acidez apresentou pouca variação entre os tratamentos avaliados. Frutos do tratamento controle e mantidos à temperatura de 20ºC apresentaram mudança de coloração mais rápida no início dos experimentos, não sendo observada posteriormente diferença significativa no desenvolvimento da cor dos tratamentos avaliados. O tratamento com etileno não acelerou de forma significativa o amadurecimento de tomates 'Andréa' armazenado sob as duas temperaturas estudadas.Tomatoes are one of the most important vegetable crops grown in Brazil and treatments that facilitate ripening control are

  6. Produção da hortelã-japonesa em função da adubação orgânica no plantio e em cobertura Production of mint depending on organic manure at planting and dressing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge H Chagas

    2011-09-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar os efeitos da adubação orgânica no plantio e em cobertura na produção de biomassa seca da parte aérea e no teor e rendimento de óleo essencial da hortelã-japonesa (Mentha arvensis L.. O experimento constou de duas etapas (colheitas. O delineamento utilizado foi em blocos ao acaso, com três repetições. Na primeira etapa, foram avaliadas cinco diferentes doses de esterco bovino aplicadas às parcelas no plantio (0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0 kg m-2 e após 120 dias de cultivo foi realizada a primeira colheita. Na segunda etapa, após a primeira colheita, as parcelas foram subdivididas em quatro subparcelas, às quais foram aplicadas quatro doses de esterco bovino em cobertura (0; 2,5; 5,0 e 7,5 kg m-2, obedecendo um arranjo de parcelas subdivididas. A segunda colheita foi realizada 120 dias após a primeira. O material vegetal foi seco em estufa a 37ºC e o óleo essencial foi extraído em aparelho de Clevenger. A biomassa seca da parte aérea (g, o teor percentual (p/p e o rendimento de óleo essencial foram determinados. Os níveis de esterco bovino aplicados tanto no plantio como em cobertura, afetaram de forma linear positiva a produção de biomassa seca da parte aérea e o rendimento de óleo essencial. O teor de óleo essencial não foi afetado pelos diferentes níveis de adubação orgânica.This study aimed to evaluate the effects of organic fertilization at planting and dressing on the aboveground part dry biomass and on the content and yield of essential oil of mint (Mentha arvensis. The experiment consisted of two stages (harvests. A randomized complete block design was used, with three replications. At the first stage, five different cattle manure dosages (0, 2.5, 5.0, 7.5 and 10.0 kg m-2 applied to the plots at planting, were evaluated and the first harvest was carried out 120 days later. At the second stage after the first harvest, the plots were subdivided in four split-plot and four cattle manure dosages

  7. Estudo da Secagem de Frutos Tropicais do Nordeste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas de Souza Barbosa

    2014-06-01

    Full Text Available A fruticultura é um dos segmentos mais importantes na agricultura nacional, porém um grande problema enfrentado pelos fruticultores é a conservação dos frutos maduros. As frutas tropicais caracterizam-se pelo fato de ser sazonais, com produção restrita a determinadas épocas do ano, podendo se verificar o aparente fenômeno da super produção, isto é, a quantidade oferecida na safra é maior do que a quantidade absorvida pelo mercado consumidor. A falta de tecnologias adequadas para o melhor aproveitamento dos frutos tem contribuído para um alto índice de desperdício cerca de centenas de toneladas ano. A desidratação de frutas vem sendo objeto de muitas pesquisas com o propósito de se obter técnicas que proporcionem, além de baixo custo, a manutenção da qualidade dos produtos desidratados. Neste sentido o presente trabalho objetivou o estudo da secagem convencional dos frutos tropicais (banana, abacaxi, manga e caju visando à obtenção dos frutos desidratados e a sua caracterização físico-química. Após a obtenção das amostras essas foram submetidas à secagem convencional e posteriormente realizado às analises de pH, sólidos solúveis, acidez total titulável, vitamina C e açúcares totais no Laboratório de Tecnologia de Alimentos da UFERSA e UFCG. De acordo com os resultados obtidos, os frutos desidratados apresentaram teores de nutrientes próximos aos relatados na literatura demonstrando que a secagem é uma excelente alternativa para a sua conservação, contribuindo assim para redução das perdas pós-colheita e com a agregação de valor ao produto seco.

  8. Métodos de colheita de fezes e balanço de minerais em suínos alimentados com dietas suplementadas ou não com probiótico - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i4.999 Methods of feces collection and mineral balance of pigs fed diets supplemented or not with probiotic - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i4.999

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Henrique Watanabe

    2008-03-01

    Full Text Available Foram realizados dois ensaios de metabolismo, utilizando-se oito suínos, machos castrados, em fase de crescimento, em cada ensaio. No ensaio 1, foram comparados os teores de MS, PB, EB, EE, MM e FDN das fezes colhidas por meio de dois métodos: diretamente do reto do animal ou da caixa coletora da gaiola, realizados simultaneamente em cada suíno. No ensaio 2, foi estudado o balanço de minerais, sendo os animais submetidos a dois tratamentos: T1 - ração basal e T2 - ração basal + 200 ppm de probiótico. Os teores dos nutrientes mensurados foram similares nas fezes colhidas em ambos os métodos, com exceção da MS. Para o balanço de minerais, não houve diferença (p > 0,05 entre os animais alimentados com rações, contendo ou não probiótico. Ambos os métodos de colheita de fezes poderiam ser realizados, simultaneamente, em ensaios de balanço de minerais.Two metabolism assays were conducted, with eight growing castrated male crossbred pigs in each assay. In the first assay, the levels of DM, CP, GE, EE, MM and NDF were compared in feces, collected through two different methods: directly from the animal’s rectum or from a collection tray, collected simultaneously from each pig. The second assay evaluated the animals’ mineral balance. For this study, the animals were submitted to two treatments: T1 - basal feed and T2 - basal feed + 200ppm of probiotic. The nutrients levels were similar in the feces collected through both methods, with the exception of DM. There was no observable difference (p > 0.05 in mineral balance between the animals fed diets containing or not probiotic. Both collection methods can be undertaken simultaneously in mineral balance assays.

  9. Conservação pós-colheita de pinhões [sementes de Araucaria angustifolia (Bertoloni Otto Kuntze] armazenados em diferentes temperaturas Postharvest preservation of 'pinhões' [seeds of Araucaria angustifolia (Bertoloni Otto Kuntze] stored at different temperatures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2007-04-01

    Full Text Available O pinhão (semente de Araucaria angustifolia representa importante fonte de renda aos produtores rurais e uma opção a mais de alimento característico a ser oferecido aos turistas e à população em geral na região Sul do Brasil. A temperatura e a umidade de armazenamento são os principais determinantes da preservação pós-colheita de pinhões. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da temperatura de armazenamento nas taxas respiratórias e de evolução de etileno, bem como na perda de massa fresca e na germinação pós-colheita de pinhões destinados para consumo alimentar humano. Seguiu-se o delineamento experimental inteiramente casualizado com seis temperaturas de armazenamento (2, 10, 20, 30, 40 e 50°C e quatro repetições, cada repetição correspondendo a amostras contendo cerca de 300g de pinhões. Pinhões armazenados nas diferentes temperaturas não apresentaram produção de etileno (em níveis detectáveis através de cromatografia gasosa, com sensibilidade de 1ppm. A taxa respiratória aumentou substancialmente com o aumento na temperatura, com um Q10 @ 2,5 na faixa de temperatura de 2 a 37,1°C. Houve redução substancial da respiração com o aumento na temperatura de 37,1 para 50°C. A maior germinação dos pinhões foi verificada na temperatura de 20°C (~55% dos pinhões germinados aos 26 dias de armazenamento, reduzindo em temperaturas menores (~1% e 21% de germinação nas temperaturas de 2 e 10°C, respectivamente ou maiores (9% e The seeds ('pinhões' of Brazilian pine (Araucaria angustifolia represent an important sorce of income to the rural comunities and also an additional food product to be offered to the tourists and population in Southern Brazil. Temperature and humidity in the storage environment are the mais factors affecting 'pinhões' postharvest preservation. This work was carried out to evaluate the effects of storage temperature on postharvest respiration and ethylene production, as well as on

  10. Doenças e características físicas e químicas pós-colheita em maracujá amarelo de cultivo convencional e orgânico no centro oeste paulista Postharvest diseases and physical chemical characteristics of yellow passion fruit from organic and conventional crops in the midwest region of São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Herman Fischer

    2007-08-01

    Full Text Available Após a colheita do maracujá-amarelo, ocorre aumento na suscetibilidade do fruto às podridões e significativa perda de massa fresca. Diante disso, objetivou-se identificar e quantificar as doenças pós-colheita e avaliar as características físicas e químicas de frutos de maracujazeiro-amarelo produzidos em sistemas de cultivo convencional e orgânico. Os frutos foram individualizados e submetidos a 24h de câmara úmida, permanecendo por mais 13 dias a 25±2ºC e 70-80% de UR. As doenças e o índice de murchamento foram avaliados visualmente após a coleta do fruto e a cada três dias. Os frutos também foram caracterizados quanto à espessura da casca, rendimento em polpa e teores de acidez titulável e de sólidos solúveis. A ocorrência de podridões foi elevada, tanto no pomar orgânico como no convencional. A antracnose foi a principal doença, com 100% de incidência nos frutos de ambos os pomares, seguida pela podridão de Fusarium, com 25,5% no convencional e 19,0% no orgânico. Já para a podridão de Phomopsis, a incidência foi superior no pomar convencional (11,0%, comparado ao orgânico (2,0%. Com auxílio de uma escala diagramática, estimou-se a severidade da antracnose, de 34,1% nos frutos orgânicos e de 39,8% nos frutos do pomar convencional. Os frutos orgânicos apresentaram-se maiores, com maior espessura da casca, menor rendimento em polpa e maior teor de sólidos solúveis. O índice de murchamento não diferiu entre os maracujás dos dois sistemas de cultivo. Com base nos resultados obtidos, medidas de controle fitossanitárias no campo e na pós-colheita devem ser adotadas, visando a obter frutos de maior qualidade.After harvested, yellow passion fruit have an increase in rot susceptibility and significant loss of fresh mass. The purposes of this work were to identify and quantify post harvest diseases and to evaluate the physical chemical characteristics of yellow passion fruits grown under conventional and

  11. Filosofia da análise da estabilidade da liquidez

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Antônio Chaves da Silva

    2005-07-01

    Full Text Available A informação foi considerada finalidade de nosso conhecimento, até o período em os pensadores e pesquisadores da contabilidade passaram a raciocinar sobre o conteúdo e o significado dos informes. Nesta busca da razão sobre os estados patrimoniais, surgiu a análise contábil que procura por meio de relações e identidades, o significado da dinâmica expressa da estaticamente na informação. O primeiro aspecto que surgiu no objeto de análise foi o estudo da liquidez, que é um dos principais exercícios do patrimônio. A estabilidade também é outro exercício básico e imprescindível, pois este é que promove o equilíbrio do organismo administrativo. A ciência contábil após a sua dignidade científica passou a trilhar caminhos esplendorosos, amparados em doutrina que permite alcançar os píncaros filosóficos. Os estudos concernentes aos aspectos de interação da estabilidade na liquidez são, complexos e somente com os recursos filosóficos da contabilidade se pode estudá-los com o panorama holístico e sublime. A filosofia da contabilidade não é alheia às suas práticas tecnológicas, podendo buscar pontos sublimes de panoramas abrangentes, para o estudo analítico da liquidez e estabilidade, observando todas as dimensionalidades e essencialidades de acontecimentos, na comprovação e orientação dos estados de ineficácia e eficácia patrimonial.

  12. Fungos associados a grãos de café (Coffea arabica L. beneficiados no sudoeste da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriel Fernandes Pinto Ferreira

    2011-09-01

    Full Text Available Diversos fatores podem interferir na qualidade do café, especialmente aqueles relacionados às etapas pós-colheita de processamento e secagem. Algumas espécies de fungos podem se associar a grãos de café durante a pós-colheita, podendo ocasionar alterações indesejáveis. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência dos processamentos via seca (natural, seco em terreiro de terra, e via úmida (despolpado, seco em terreiro de cimento, tradicionalmente empregados na região sudoeste da Bahia, na incidência de fungos em grãos de café beneficiados produzidos na safra 2007/2008. O experimento consistiu de 4 tratamentos: a café natural de Barra do Choça; b café natural de Encruzilhada; c café despolpado de Barra do Choça e d café despolpado de Encruzilhada; e 5 repetições. Foram coletadas 20 amostras de grãos de café oriundas de diferentes propriedades cafeeiras nestes municípios. Os resultados obtidos foram avaliados pelo teste de médias t de Bonferroni a 5% de probabilidade. Houve diferença estatística significativa entre os tratamentos analisados para a infestação fúngica. Os gêneros detectados foram: Aspergillus, Penicillium e Fusarium, sendo que o gênero Aspergillus foi o de maior incidência, no qual foram identificadas oito espécies: Aspergillus ochraceus, A. niger, A. flavus, A. foetidus, A. tubingensis, A. auricomus, A. sojae e A. oryzae. Foi detectada a maior incidência de fungos em grãos de café oriundos de processamento natural do que de processamento despolpado.

  13. EMPREGO DA SECA-AERAÇÃO PARA SOJA ARMAZENADA A GRANEL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maxwel Rodrigues Nascimento

    2017-03-01

    Full Text Available Uma das soluções para diminuir os gargalos na recepção das unidades armazenadoras de grãos é a adoção da operação de seca-aeração. Esta operação consiste em retirar dos secadores grãos de 1 a 3 pontos percentuais de teor de água acima do recomendável para armazenagem e transferir para um silo, onde permanece por um período de 4 a 12 horas de descanso. Em seguida, são acionados os ventiladores para insuflar o ar ambiente, sob condições psicrométricas ideais, por um período que varia de 10 a 20 horas, com a finalidade de resfriar e retirar o excesso de água da massa de grãos até que o teor de água atinja 13%, ideal para o armazenamento. Foram levantados dados meteorológicos dos principais municípios produtores de soja da região Centro-Oeste do Brasil. Com esses dados foi possível determinar o número médio de horas ideias por dia para essa operação por ocasião do período da colheita. Diante dos dados essa operação é viável para região.

  14. Produtividade de amendoim em função da calagem e do método de secagem Peanut yield as affected by liming and drying method

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elena Mercedes Fernandes

    1999-01-01

    Full Text Available Estudar o efeito da calagem e do método de secagem na produtividade do amendoim (Arachis hypogea L., cv. Botutatu foi o objetivo deste trabalho, conduzido num solo Latossolo Vermelho-Escuro, textura média, em São Manuel, São Paulo. Os tratamentos consistiram de ausência ou presença de calagem (2,05 Mg ha-1 e secagem à sombra, ao sol e duas formas combinadas desta última com estufa. A calagem eliminou a fitotoxicidade de manganês, melhorando a nodulação e a nutrição nitrogenada, que, conseqüentemente, levaram ao aumento do número de ramificações, de vagens por planta e da produtividade. Com a calagem, observou-se também redução nas perdas durante a colheita. Das formas de secagem, a realizada à sombra e a combinada campo-estufa foram as que proporcionaram maiores produtividades, por permitirem melhor maturação dos frutos e menores perdas na colheita.Peanut (Arachis hypogea L., cv. Botutatu was grown in a Dark Red Latosol (Haplortox, sandy loam in São Manuel, São Paulo, to study the effects of liming and drying method on grain yields. Treatments consisted of lime rates (0 and 2.05 Mg ha-1 and the drying methods: shadow, field and two combinations of field + oven. Manganese toxicity desapeared in limed plots, providing a better nodulation and N nutrition, which in turn, led to a higher plant branching, a higher number of fruits per plant and higher yields. Yield losses were lower in limed plots. The plots dried in the shadow and in the combined field + oven method yielded more than those field dried because they allowed a better fruit maturation and lower yield losses.

  15. Análise de trilha da contaminação por aflatoxinas em grãos de milho armazenados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Sbardelotto Di Domenico

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a magnitude dos efeitos diretos e indiretos de parâmetros físico-químicos e microbiológicos sobre a ocorrência de aflatoxinas em grãos de milho armazenados, por meio da análise de trilha. Os dados foram coletados em dois experimentos: um cultivo de inverno (colheita do milho em julho de 2012 e um cultivo de verão (colheita em fevereiro de 2013. Os grãos foram armazenados por 12 meses, em dois tipos de acondicionamentos: em sacarias convencionais de polipropileno e a granel em silo metálico. Avaliaram-se 14 características dos grãos. Calculou-se a matriz de correlações de Pearson entre todos os parâmetros, realizou-se o diagnóstico de multicolinearidade e, posteriormente, aplicou-se a análise de trilha com regressão em crista. Observou-se forte influência das condições ambientais entre as safras de inverno e de verão, e entre época e tipo de armazenagem, nos coeficientes de análise de trilha. As variáveis teor de umidade, conteúdo de cinzas, proteínas, lipídios, grãos sem defeitos, massa volumétrica, incidência de Penicillium sp., Aspergillus sp. e Fusarium sp. devem ser consideradas conjuntamente na definição da possibilidade de ocorrência de aflatoxinas na massa de grãos armazenados.

  16. Fenologia reprodutiva e caracterização físico-química de abacateiros em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Oseias dos Reis Silva

    2014-02-01

    Full Text Available O abacateiro é cultivado em algumas regiões tropicais e subtropicais. Seus frutos podem ser aproveitados de várias formas, utilizados ao natural ou na indústria de cosméticos, além da possibilidade de uso de seu óleo como fonte alternativa de biocombustível. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar as características fenológicas e físicoquímicas das variedades de abacateiros, visando a identificar variedades promissoras para Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. O trabalho foi realizado durante os ciclos reprodutivos de 2008/2009 e 2009/2010. As variedades avaliadas foram: 'Breda', 'Fortuna', 'Fuerte', 'Hass', 'Margarida', 'Ouro Verde' e 'Quintal'. Foram avaliadas as características fenológicas (início das brotações, início da floração, plena floração, final de floração e período de duração da floração, início da frutificação, início e final da colheita e tempo de colheita. As análises físicas e químicas incluíram: diâmetros longitudinal e transversal, percentagens de polpa, casca e caroço em relação à massa total, composição centesimal (lipídeos e umidade. Para as avaliações fenológicas, foram marcadas ao acaso seis plantas de cada variedade. Para as análises físico-químicas, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado (DIC, com sete tratamentos (variedades, seis repetições, com seis frutos por parcela. Concluiu-se que, em relação à fenologia, todas as variedades floresceram de maneira satisfatória na região estudada. As variedades 'Fortuna', 'Quintal' destacaram-se para o consumo in natura, para o mercado interno, por apresentarem características desejáveis para o consumidor brasileiro. As variedades 'Hass' e 'Fuerte' apresentaram os melhores resultados quanto ao teor de óleo na polpa, destacando-se como as mais promissoras para a extração de óleo.

  17. Utilização de atmosfera modificada na conservação de morangos em pós-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Calegaro Júlio Marques

    2002-01-01

    Full Text Available Foram realizados dois experimentos com o objetivo de testar a utilização de três composições iniciais de atmosferas (3 kPa O2 + 10 kPa CO2, 5 kPa O2 + 15 kPa CO2 e do ar ambiente com dois tempos de armazenagem (7 e 14 dias a 0ºC, para a conservação de morangos (Fragaria x ananassa Duch. cv. Oso Grande. Os frutos eram provenientes de uma lavoura comercial do Município de Farroupilha, RS. No primeiro experimento, utilizaram-se vidros de 1.700 mL de capacidade para a armazenagem, e no segundo, empregaramse sacos de polietileno, de 53 cm x 90 cm e 90 mim de espessura. As atmosferas com 3 kPa O2 + 10 kPa CO2 ou 5 kPa O2 + 15 kPa CO2 apresentaram bom potencial para a conservação dos frutos por até 7 dias. A modificação da atmosfera em embalagens de polietileno empregando concentrações iniciais de ar ambiente aumentou o período de conservação e manteve a qualidade dos frutos por até 7 dias. Os benefícios decorrentes da utilização dessas atmosferas foram a manutenção da firmeza da polpa, da coloração dos frutos, dos teores de açúcares totais, e de ácido ascórbico.

  18. Modelo agrometeorológico-espectral para estimativa da produtividade de grãos de arroz irrigado no Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Veleda Klering

    2016-01-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi elaborar e testar um modelo agrometeorológico-espectral para a estimativa da produtividade de grãos de arroz irrigado para o Estado do Rio Grande do Sul. Para as seis regiões orizícolas do Estado, foram utilizados dados de área cultivada e rendimento de grãos de arroz irrigado, dados meteorológicos e imagens do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI do sensor Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS, de agosto a abril, para as safras de 2000/2001 até 2009/2010. A temperatura mínima do ar e o NDVI estão associados ao rendimento de grãos de arroz irrigado em diversos períodos do desenvolvimento da cultura. O modelo agrometeorológico-espectral para estimativa de produtividade de grãos, ajustado através da abordagem orientada pelas relações clima-planta, é adequado às estimativas em nível regional, podendo fornecer estas com cerca de um mês de antecedência ao final da colheita.

  19. Competição de clones de mandioquinha-salsa em quatro épocas de colheita Arracacha clones competition at four harvest times

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Granate

    2009-12-01

    Full Text Available A redução do tempo de permanência no campo da mandioquinha-salsa é um dos principais objetivos do melhoramento. Foi avaliada a produção de 11 clones além de uma cultivar, colhidos aos 187, 243, 306 e 370 dias após o plantio, em Araponga-MG. Os tratamentos foram arranjados como fatorial 12 x 4, no delineamento de blocos casualizados, com três repetições. Avaliou-se a altura e diâmetro de planta, comprimento da maior raiz, diâmetro da raiz mais longa, diâmetro da raiz mais grossa, produtividade de rebentos, número de rebentos/planta, produtividade da coroa, produtividade da parte aérea e produtividade de raízes comercializáveis e não-comercializáveis. Estimou-se o tempo que cada clone necessita para atingir produtividade de raízes comercializáveis igual à média de Minas Gerais (11 t ha-1. O tempo variou de 243 a 344 dias, sendo que todos os clones tiveram tempo estimado inferior aos 365 dias necessários em campos tradicionais da região. O clone BGH 5742 atingiu 13,46 t ha-1 aos 243 DAP e o menor tempo estimado para atingir a produtividade média de Minas Gerais. Os clones BGH 4550, BGH 5742, BGH 5746, BGH 5747, BGH 6417, BGH 6507, BGH 6521 e BGH 7607 produziram acima da média de Minas Gerais, aos 306 DAP. As correlações genotípicas da característica produtividade de raízes comercializáveis com as outras características foram baixas ou nulas. As correlações ambientais superaram as genotípicas o que evidencia forte influência do ambiente sobre as plantas.A major objective of arracacha breeding programs is to reduce the crop permanence in field. The yield of 11 clones and one cultivar of arracacha was evaluated at 187, 243, 306 and 370 days after planting in Araponga, Minas Gerais State, Brazil. The treatments were arranged in a factorial 12 x 4 scheme in randomized blocks design with three replications. Plant height, plant diameter, length of the longest root, diameter of the longest root, diameter of the

  20. Densidade de plantio na produtividade e nos teores de nutrientes nas folhas e frutos da bananeira cv. Thap Maeo Plants density on yield and nutrients concentration in leaves and fruits of banana cv. Thap Maeo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adônis Moreira

    2007-01-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da densidade de plantio na produtividade, tempo de colheita e teores dos nutrientes nas folhas e nos frutos de bananeira cv. Thap Maeo (AAB cultivada em Manaus (AM. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram constituídos pelos fatores: três densidades de plantio (1.111; 1.667 e 3.333 plantas ha-1 e duas épocas de colheita (primeiro e segundo ciclos. Os resultados do primeiro e segundo ciclos mostraram incremento significativo da produtividade, com aumento da densidade de plantio. O tempo médio para colheita dos cachos foi menor na densidade de 1.111 plantas ha-1 (1º ciclo, 338 e 2º ciclo, 401 dias. Na média das densidades e independentemente do ciclo, os teores de macronutrientes nos frutos apresentaram a ordem de: K>N>P>Mg>Ca=S, enquanto a dos micronutrientes foi: 1º ciclo - Cl>Fe>Mn=B>Zn>Cu e 2º ciclo - Cl>Fe>Zn>B=Mn>Cu.This study aimed to evaluate the effect of plants density on yield, period of harvest and nutrients concentration in leaves and fruits of banana cv. Thap Maeo (AAB, cultivated in Manaus, State of Amazonas, Brazil. The experiment was conduced in a randomized blocks, with three replicates. Treatments were comprised of planting density (1,111; 1,667 and 3,333 plants ha-1, and two cycles of harvest (sub treatments. The results obtained from 1st cycle and 2nd cycle showed significant increase in the yield per unit area as the employed plant density increased. The shortest average period to harvest banana bunches (1st cycle, 338 days and 2nd cycle, 401 days was observed for the lower density (1,111 plants ha-1. Pooled data of density and cycles showed that exportation of macronutrients through the fruits was, in order: K>N>P>Mg>Ca=S, while in micronutrients was: 1st cycle - Cl>Fe>Mn=B>Zn>Cu, and 2nd cycle - Cl>Fe>Zn>B=Mn>Cu.

  1. Redução de perdas nas cadeias de frutas e hortaliças pela análise da vida útil dinâmica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wigberto Antonio Spagnol

    2018-02-01

    Full Text Available Resumo A estimativa do crescimento populacional mundial de nove bilhões de pessoas, em 2050, estabelece um grande desafio para os próximos anos, considerando os problemas atuais de insegurança alimentar e o fornecimento de alimentos saudáveis, num mundo, predominantemente, de pessoas vivendo em regiões urbanas. A importância da dieta na saúde é indiscutível, sendo que, a cada dia que passa, o consumidor está mais consciente de que a saúde está diretamente relacionada a uma dieta balanceada e segura. As tecnologias aplicadas na pós-colheita de frutas e hortaliças que continuam com seu metabolismo ativo buscam manter a qualidade através dos parâmetros aparência, textura, sabor, valor nutritivo e segurança alimentar, bem como reduzir perdas qualitativas e quantitativas entre a colheita e o consumo. A combinação de tecnologias, como resfriamento rápido, refrigeração e utilização de embalagens com atmosferas modificadas ativas e passivas, aplicadas na pós-colheita, precisa estar aliada a uma adequada gestão de temperatura para cada produto, em toda a cadeia de distribuição. Assim, conforme o histórico de temperatura desde a colheita até os locais de vendas no varejo, a estimativa da vida útil torna-se uma variável altamente dinâmica. Tecnologias de RFID (Radio Frequency Identification - Identificação por Rádio Frequência integradas a sensores podem revolucionar o transporte e o manuseio de produtos perecíveis, por meio de leituras precisas e contínuas das condições do ambiente de conservação durante a logística, interpretadas por modelos matemáticos que estimam a vida útil restante. Esta revisão descreve como a tecnologia, por meio de chips RFID integrados a sensores e associados ao uso de modelamentos matemáticos, pode ser incorporada na gestão de Centros de Distribuição, alterando a ênfase, a partir do clássico FIFO (First In, First Out - Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair, para uma estrat

  2. Alterações da microbiota conjuntival e palpebral após uso tópico de lomefloxacina e tobramicina na cirurgia de catarata e cirurgia refrativa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Höfling - Lima Ana Luisa

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar as alterações da microbiota conjuntival e palpebral após o uso tópico de colírios de lomefloxacina ou tobramicina a 0,3% no preparo de pacientes a serem submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa e avaliar a sensibilidade das bactérias isoladas da conjuntiva e pálpebra a estes antibióticos. Métodos: Realizou-se um estudo prospectivo de análise da microbiota conjuntival e palpebral de pacientes submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa (PRK ou LASIK. O estudo da microbiota conjuntival e palpebral foi realizado antes das cirurgias, sem uso de agentes para profilaxia, no período pós-operatório durante o uso de profilaxia, e após a suspensão dos antibióticos. Resultados: O uso tópico de tobramicina e lomefloxacina reduziu o número de colheitas positivas na conjuntiva e pálpebra nos indivíduos submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa. Em ambos os grupos de pacientes ocorreu maior resistência dos microrganismos à tobramicina. No grupo submetido à cirurgia de catarata, pacientes tratados profilaticamente com tobramicina tiveram uma recuperação da microbiota mais lenta após a suspensão do antibiótico do que com a lomefloxacina, ocorrendo o oposto no grupo submetido à cirurgia refrativa. Conclusão: Tanto a lomefloxacina quanto a tobramicina foram eficazes em diminuir o número de culturas positivas da conjuntiva e da pálpebra enquanto estavam sendo administrados, sendo esta diminuição mais acentuada na conjuntiva. Houve maior resistência à tobramicina na maioria das colheitas realizadas. A lomefloxacina apresentou número menor de bactérias resistentes do que a tobramicina durante o uso da antibioticoterapia tópica profilática. O uso de antibiótico reduziu o número de amostras positivas.

  3. Avaliação quantitativa da sustentabilidade estrutural de um latossolo vermelho-amarelo cultivado com eucalipto na região de Peçanha-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dias Junior Moacir de Souza

    2003-01-01

    Full Text Available Uma das limitações para que o desenvolvimento florestal sustentável seja atingido está relacionado com a questão do tráfego durante a realização das operações de colheita e transporte de madeira, pois elas podem causar degradação da estrutura do solo. Visando obter uma solução para este problema, os objetivos deste estudo foram: a propor um modelo de sustentabilidade da estrutura dos solos cultivados com Eucalyptus spp., na região de Peçanha-MG, em função da pressão de preconsolidação (sigmap e da umidade (U; e b determinar, através do uso deste modelo, a influência das operações realizadas com o Feller-Büncher e Skidder (Pneu 30.5L.32, Feller-Büncher e Skidder (Pneu 66.43.00.26 e Harvester e Forwarder na estrutura do solo. Este estudo foi conduzido em um Latossolo Vermelho-Amarelo (LV, sob Eucalyptus, utilizando amostras indeformadas, coletadas antes e após as operações da colheita, na profundidade de 0,10 a 0,125 m. As amostras indeformadas foram utilizadas nos ensaios de compressão uniaxial. Foram determinadas também a textura e a densidade de partículas do solo. O modelo de sustentabilidade da estrutura do Latossolo Vermelho-Amarelo obtido para os projetos deste estudo é expresso pela seguinte equação: sigmap = 10(2,72-1,29 U. O uso dos modelos de sustentabilidade da estrutura e da pressão de preconsolidação, determinada após o tráfego, permitiu quantificar os efeitos causados pelo Feller-Büncher e Skidder (Pneu 30.5L.32, Feller-Büncher e Skidder (Pneu 66.43.00.26 e Harvester e Forwarder na estrutura do Latossolo Vermelho-Amarelo. Nos projetos Buriti e São Leonardo, as operações realizadas com o Harvester e Forwarder foram as que mais degradaram a estrutura do solo, enquanto no projeto Dourado foram as realizadas com o Feller-Büncher e Skidder (Pneu 30.5L.32 e Feller-Büncher e Skidder (Pneu 66.43.00.26.

  4. Assessment of lettuce quality during storage at low relative humidity using Global Stability Index methodology Avaliação da qualidade da alface durante o armazenamento em baixa umidade relativa usando o Índice Global da Estabilidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Roberta Ansorena

    2012-06-01

    Full Text Available During postharvest, lettuce is usually exposed to adverse conditions (e.g. low relative humidity that reduce the vegetable quality. In order to evaluate its shelf life, a great number of quality attributes must be analyzed, which requires careful experimental design, and it is time consuming. In this study, the modified Global Stability Index method was applied to estimate the quality of butter lettuce at low relative humidity during storage discriminating three lettuce zones (internal, middle, and external. The results indicated that the most relevant attributes were: the external zone - relative water content, water content , ascorbic acid, and total mesophilic counts; middle zone - relative water content, water content, total chlorophyll, and ascorbic acid; internal zone - relative water content, bound water, water content, and total mesophilic counts. A mathematical model that takes into account the Global Stability Index and overall visual quality for each lettuce zone was proposed. Moreover, the Weibull distribution was applied to estimate the maximum vegetable storage time which was 5, 4, and 3 days for the internal, middle, and external zone, respectively. When analyzing the effect of storage time for each lettuce zone, all the indices evaluated in the external zone of lettuce presented significant differences (p Durante a pós-colheita a alface é exposta a condições adversas (baixa umidade relativa que reduzem a qualidade do vegetal. A fim de avaliar sua vida útil, um grande número de índices de qualidade tem que ser analisado, requerendo um cuidadoso delineamento experimental e um longo consumo de tempo. Neste trabalho, o método modificado do Índice Global da Estabilidade foi aplicado para estimar a qualidade da alface manteiga a uma baixa umidade relativa durante o armazenamento diferenciando três zonas (interna, média e externa. Os resultados indicaram que, para a zona externa, os índices mais relevantes foram o conte

  5. Sintomas da injúria por frio em Heliconia spp

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    GUSTAVO JONNAS S. M. BEZERRA

    2008-07-01

    Full Text Available As helicônias, entre as flores tropicais, têm se destacado no mercado internacional (Europa e Estados Unidos devido à beleza, diversidade de cores e formas e durabilidade. No entanto, para a comercialização a longas distâncias é necessário adotar formas de transporte que inibam o processo de senescência das flores e conservem a qualidade pós-colheita. O transporte de flores em temperaturas baixas é o mais utilizado, no entanto, em “flores tropicais” podem causar danos de injúria por frio. O objetivo deste trabalho foi descrever os sintomas causados pela injúria por frio em hastes florais de três genótipos de helicônia (H. bihai, H. wagneriana e H. caribaea x H. bihai cv. Carib Flame. As hastes florais de helicônia foram submetidas, por 72 horas, a três condições de temperatura: refrigerador expositor (2 ºC em caixa de papelão (embalagem padrão para transporte; refrigerador expositor (2 ºC sem caixa de papelão; e laboratório a 25 ºC e U.R. 60% (testemunha. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos e sete repetições na primeira avaliação e cinco repetições na segunda avaliação. Os sintomas da injúria por frio foram descritos a partir da comparação do aspecto visual das hastes florais submetidas a 2 °C com as testemunhas. A temperatura de 2 ºC, com ou sem a embalagem de transporte, provocou sintomas como: aspecto de queimadura no centro das brácteas, manchas escurecidas na área de inserção das brácteas na ráquis e murchamento das extremidades dos pecíolos das folhas e da base das inflorescências.

  6. Sistemas de preparo do solo, plantas de cobertura e produtividade da cultura da mandioca Soil tillage systems, cover crops and productivity in cassava

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Auro Akio Otsubo

    2008-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do uso de plantas de cobertura e de sistemas de preparo do solo, no desenvolvimento e na produtividade da cultura da mandioca (Manihot esculenta Crantz. O trabalho foi conduzido em Argissolo Vermelho, sob sistema convencional de preparo do solo, e em cultivo mínimo sobre palhada de mucuna-cinza (Stizolobium cinereum Piper & Tracy, sorgo granífero [Sorghum bicolor (L. Moench] e milheto [Pennisetum americanum (L. K. Schum.]. Aos dezoito meses após o plantio da mandioca, foram avaliados: altura de plantas, produção de massa de matéria seca da parte aérea, número de raízes tuberosas, produtividade, percentagem de matéria seca e de amido nas raízes tuberosas e índice de colheita. Observou-se que o sistema convencional de preparo do solo pode ser substituído, na cultura da mandioca, pela prática do cultivo mínimo, associada ao uso de coberturas vegetais, por promover incrementos significativos na produtividade da cultura, especialmente, quando se utiliza o milheto como planta de cobertura. O uso de plantas de cobertura no pré-cultivo de mandioca, em sistema de preparo mínimo do solo, representa uma alternativa eficiente para um melhor manejo dessa cultura.The objective of this work was to evaluate the effects of cover crops and soil tillage systems in the development and yield of cassava (Manihot esculenta Crantz. The experiment was carried out in an Arenic Hapludult under conventional tillage, and in a minimum tillage system over mucuna (Stizolobium cinereum Piper & Tracy, sorghum [Sorghum bicolor (L. Moench] and millet straw [Pennisetum americanum (L. K. Schum.]. Eighteen months after cassava planting, the following variables were evaluated: plant height, shoot dry matter production, number of roots, yield, dry matter and starch content on storage roots, and harvest index. It was observed that conventional tillage could be replaced by minimum tillage in cassava crop, when associated

  7. TENDÊNCIAS TECNOLÓGICAS PARA O PROCESSO DE PREPARAÇÃO DE COMPÓSITO À BASE DE SOLO-CIMENTO E FIBRA DE BANANEIRA PARA FABRICAÇÃO DE TIJOLOS E TECNOLOGIAS CORRELATAS ATRAVÉS DA PESQUISA EM DOCUMENTOS DE PATENTES

    OpenAIRE

    Carvalho dos Santos, Wagna Piler; IFBA; Suzart, Vivian Patricia; IFBA; Ferreira da Silva Júnior, Nelicio; IFBA

    2014-01-01

    A fibra extraída da bananeira (Musa Musácea) após a colheita dos cachos de bananas, que geralmente são descartadas, serve no preparo de um compósito à base de solo-cimento formado para a preparação de tijolo ecológico, com baixo custo e boa qualidade, podendo até mesmo ser utilizado por uma mão de obra não qualificada. O presente artigo tem como objetivo realizar um estudo de prospecção tecnológica relacionado à aplicação do compósito à base de solo-cimento de fibra de bananeira para a fab...

  8. Comportamento produtivo da videira, cultivar Juliana, sobre três porta-enxertos em diferentes épocas de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mara Fernandes Moura

    2011-10-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou verificar a influência de três porta-enxertos no comportamento da cultivar Juliana em relação à fenologia, em três épocas de poda e em relação aos caracteres físicos de cachos, de bagas e de engaços, em duas épocas de poda. Os ensaios foram avaliados em Jundiaí-SP, e as podas foram realizadas em 15-08-2007, 22-01-2008 e 16-09-2008. O delineamento experimental foi o em blocos inteiramente casualizados, com parcelas subdivididas, com três repetições, sendo as parcelas representadas pela combinação da cultivar Juliana enxertada sobre os porta-enxertos 'Ripária do Traviú', 'IAC 572' e 'IAC766', e as subparcelas, pelas épocas de poda, que corresponderam a três para os estádios fenológicos e a duas para os caracteres físicos de cachos, bagas e engaço. Não houve diferença entre os porta-enxertos para os estádios fenológicos e para os caracteres físicos de cachos e de bagas, com exceção para massa da matéria fresca de baga e massa fresca de engaço. Maior massa da matéria fresca de engaço foi obtida pela combinação da cultivar Juliana e o porta-enxerto 'IAC 572'. Para as diferentes épocas de poda, foram detectadas diferenças para todos os estádios fenológicos, havendo interação entre porta-enxerto e época de poda para os estádios E1 - período da poda ao início da brotação; E2 - período da poda ao início do florescimento, e E5 - período da poda ao início da colheita.

  9. A Sintaxe da Janela

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Antônio Jorge

    1993-12-01

    Full Text Available A preocupação fundamenta! do trabalho é de caráter ontológico: esboçar o problema das significações apriorísticas e autônomas dos elementos que compõem a sintaxe arquitetônica. O trabalho elege um desses elementos: a janela. Este artigo parte da aproximação histórica entre a janela e a secção da pirâmide visual, construção imaginária da teoria da perspectiva renascentista. A consideração da janela na linguagem arquitetônica implica reconhecer uma ambigüidade essencial: a janela deve inserir-se ordenadamente no plano da parede - raciocínio típico da modenatura - mas também relacionar-se com a imagem vista através dela, que extrapola o plano, ressaltando a tridimensionalidade - herança da perspectiva renascentista, fundamentada no espaço euclidiano. Ver janela ou ver através da janela são alternativas que se colocam tanto ao observador interno ao edifício, quanto ao externo. Texto de duplaface, a sintaxe da janela versa sobre o relacionamento desses dois lados

  10. Formas de preparo de figo-da-índia minimamente processado¹

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelly Magalhães Marques

    2011-10-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência da forma de preparo na conservação pós-colheita de figos-da-índia minimamente processados. Foram utilizados figos-da-índia maduros de polpa alaranjada, provenientes de pomar comercial da região de Valinhos-SP. Após a seleção, os frutos foram lavados e higienizados em solução com Sumaveg® a 200 mg 100g-1 de cloro livre, por 5 minutos. Em seguida, os frutos foram levados à câmara fria, a 12±2°C, onde permaneceram por 12 horas prévias ao processamento. O processamento constituiu na retirada da casca e das extremidades para a obtenção dos frutos inteiros. Para a obtenção das metades, foi realizado um corte no sentido longitudinal da fruta descascada e, para obtenção das rodelas, foram realizados cortes, a cada 2 cm, transversais à altura do fruto descascado. Os tratamentos assim obtidos foram acondicionados em contentores de tereftalato de polietileno transparente e com tampa, com capacidade de 1.000 mL (marca Neoform® N-94. As embalagens foram armazenadas em expositores refrigerados a 3°C, por um período de 16 dias, sendo as análises realizadas a cada 4 dias. O delineamento adotado foi o inteiramente casualizado, num esquema fatorial 3x5: três processamentos e cinco datas de amostragem (0;4;8;12 e 16 dias, com três repetições por tratamento. Avaliaram-se a perda de massa fresca, os teores de sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, a relação (SS/AT, ácido ascórbico, além da análise sensorial dos produtos. Os frutos inteiros foram os preferidos quanto à intenção de compra e apresentaram melhores resultados quanto ao teor de sólidos solúveis, de acidez titulável, relação sólidos solúveis/acidez titulável e teor de ácido ascórbico. A maior perda de massa fresca foi verificada no processamento em rodelas.

  11. Uso de diferentes fontes de nitrogênio na cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelin Cristina Marcon

    2017-05-01

    Full Text Available O nitrogênio é um nutriente requerido em quantidade pela da soja, pois é responsável pelo crescimento da cultura e produção de novas células e tecidos. Com estudo teve-se por objetivo avaliar diferentes fontes de nitrogênio na soja e a sua influência sobre proteína bruta e rendimento de grãos. O experimento foi realizado durante o ciclo 2015/2016, na Fazenda Escola da Unoesc, São José do Cedro – SC. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso (DBC, com 7 repetições. A unidade experimental constituiu-se de uma parcela. Os tratamentos compreenderam diferentes fontes de nitrogênio (sólido (Super N, líquido N 32 e a testemunha sem nitrogênio testadas na cultivar TMG 7062 IPRO. A aplicação de nitrogênio foi realizada em cobertura em duas etapas, metade da dose aplicada no estádio R1 (início do florescimento e a outra metade em R3 (formação da vagem, nas dosagens de 4 L ha-1 para o nitrogênio líquido 32% e 200 kg ha-1 de nitrogênio sólido 46%. Após a colheita, avaliou-se o teor de proteína bruta, o rendimento de grãos por área, a viabilidade econômica e a produtividade. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e, quando significativos, foram submetidos à comparação de médias pelo teste de Tukey (P≤0,05. Para a cultura da soja a aplicação de nitrogênio líquido suplementar tem efeito positivo sobre o componente de rendimento da soja massa de mil grãos. A aplicação de nitrogênio sólido incrementou a produtividade de grãos. O uso de nitrogênio proporcionou maior rendimento econômico no ciclo 2015/2016 para a cultivar TMG 7062 IPRO em relação a testemunha.

  12. Uso de quitosana e embalagem plástica na conservação pós-colheita de pêssegos 'Douradão' Effects of chitosan and film packaging on quality of peaches after cold storage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Augusto Amorim Santos

    2008-03-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade do pêssego cv. Douradão, quando aplicados tratamentos pós-colheita, associada à temperatura adequada de refrigeração. Os tratamentos foram: aplicação de quitosana a 1%; embalagem de polietileno e controle (não- tratado e sem embalagem plástica. Após serem embalados em caixas de papelão e armazenados a 3º C e 90% UR, durante 14; 21 e 28 dias, foram transferidos para condições- ambiente, permanecendo por 3 dias. Com o polietileno, houve menor perda de massa dos frutos durante o armazenamento; no entanto, verificou-se aumento na incidência das podridões na fase de comercialização. A quitosana não foi eficiente como protetivo contra a perda de massa, porém reduziu a incidência de podridões. Foi constatado o dano fisiológico causado pelo frio, denominado de lanosidade nos pêssegos, após 21 dias de refrigeração e mais 3 dias de comercialização, não tendo influência dos tratamentos realizados. Se o consumo dos pêssegos 'Douradão' for imediato à saída da câmara fria, o período de conservação dos frutos é de 21 dias (podridão zero, com destaque para a embalagem de polietileno, que reduziu a perda de massa. Considerando a avaliação após a comercialização simulada, o período de vida útil dos frutos é restrito aos 14 dias, a 3º C, seguido de 3 dias em condições-ambiente devido à posterior ocorrência de lanosidade e podridão-parda.The effects of chitosan treatment and modified atmosphere packaging (MAP on shelf life of peaches cv. Douradão were evaluated. Chitosan, a natural biodegradable compound, has been proved to control numerous post harvest diseases. It extends the shelf life of treated fruit by reducing water loss. Storage life of peaches has been extended using MAP during cold storage. Fruits were dipped in 1% chitosan solution. One group of fruits was sealed in polyethylene bags. Peaches were stored at 3ºC and 90% RH. Fruits were

  13. PERIGOS ASSOCIADOS AO CONSUMO DA ALFACE, (Lactuca sativa, IN NATURA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. D. I. MOGHARBEL

    2008-09-01

    Full Text Available

    A prevenção de riscos de contaminação por agentes patogênicos em folhas de alface passa pelas boas práticas agrícolas que vai desde a semeadura até a colheita além de outros importantes aspectos, ainda no processo do cultivar, como qualidade da água usada para irrigação, emprego de práticas sanitárias adequadas pelos produtores na manipulação das plantas e higiene do agricultor no campo. Manter a segurança de contaminação bacteriana de frutas e de vegetais frescos requer um conhecimento de sistemas que abranja todos os aspectos da produção, do processamento, da distribuição e do uso. A orientação aos consumidores quanto aos cuidados no armazenamento e na manipulação apropriados do produto fresco, deve ser incentivada pelas autoridades sanitárias, como forma de se evitar doenças veiculadas pelos alimentos. Desta forma, a proteção de contaminantes patológicos em vegetais frescos, visando a proteção tanto do produtor como do consumidor, vão de encontro a algumas práticas similares do sistema APPCC, onde se projetam atributos de limitação, controle, e monitoramento das fontes de contato na produção dos vegetais.

  14. Produção e qualidade da videira 'Superior Seedless' sob restrição hídrica na fase de maturação Production and quality of 'Superior Seedless' grapes under irrigation restrictions during berry maturation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lígia Borges Marinho

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das condições de deficit hídrico, na fase de maturação da uva, sobre a produção e qualidade da uva 'Superior Seedless' entre julho e novembro de 2007. O experimento foi realizado em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições, em arranjo fatorial (3x3 + 1: três épocas de alteração da aplicação das lâminas de irrigação (21, 13 e 5 dias antes da colheita; três lâminas de irrigação (100, 50 e 0% da evapotranspiração da cultura; e um tratamento controle (manejo de irrigação adotado pelo produtor. As épocas de irrigação e as lâminas de irrigação utilizadas influenciaram a firmeza das bagas e a acidez titulável. A interrupção da irrigação, aos 13 ou 21 dias antes da colheita, resultou em produtividade, qualidade de frutos e eficiência do uso da água semelhante às obtidas pelo produtor, assim, pode ser adotada para economia da água de irrigação na Região do Submédio do Vale do São Francisco.The objective this work was to evaluate the effect of water deficit conditions, during the maturation phase of grapes, on the production and quality of the 'Superior Seedless', between July and November of 2007. The experiment was carried out in a randomized block design, with four replicates, in a (3x 3 + 1 factorial arrangement: three times of alteration of the irrigation depths (21, 13 e 5 days before harvest; three irrigation depths (100, 50 e 0% of crop evapotranspiration; and a control treatment, which was the producer's irrigation management scheme. Irrigation timing and depth influenced berry firmness and titrable acidity. The management with cut-off irrigation depths at 13 or 21 days before harvesting and the control had the same yield, grape quality and water use efficiency, and may be adopted to save water for irrigation in the São Francisco Valley region.

  15. Effect of preharvest spraying with thidiazuron on fruit quality and maturity of apples Efeitos da pulverização pré-colheita com thidiazuron sobre a qualidade e a maturação de frutos em macieiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2003-04-01

    Full Text Available Apple trees, cultivars Gala and Fuji, were sprayed at full bloom with thidiazuron (TDZ at the doses of 0, 5, 10, or 20 g (a.i. ha-1 and fruit were assessed for quality and maturity. In both cultivars, the increase of TDZ dose had detrimental effects on fruit quality, causing a reduction of fruit red surface and an increase of percentage of fruit that was asymmetrical and with calyx-end rot. TDZ caused an increment of calyx-end aperture that might have increased calyx-end rot. TDZ increased density and the length : diameter (L : D ratio of the fruit. The number of viable seeds was not affected by TDZ. TDZ resulted in a substantial delay of fruit maturity in 'Gala' but not in 'Fuji'. TDZ also reduced soluble solids content (SSC in 'Gala' and reduced titratable acidity in both cultivars.Macieiras, cultivares Gala e Fuji, foram pulverizadas em plena floração com thidiazuron (TDZ, nas doses de 0; 5; 10 e 20 g (i.a. ha-1, e os frutos avaliados em termos de qualidade e maturação. Em ambas as cultivares, o TDZ apresentou efeitos negativos na qualidade dos frutos, com redução na percentagem de cor vermelha na casca e aumento na percentagem de frutos assimétricos e com podridão carpelar. O TDZ causou aumento na abertura carpelar, o que pode ter ocasionado aumento de incidência de podridão carpelar. O TDZ aumentou a densidade e a relação comprimento : diâmetro (C : D dos frutos. O número de sementes viáveis não foi afetado pelo TDZ. O TDZ retardou substancialmente a maturação dos frutos na cultivar Gala, mas não na cultivar Fuji. O TDZ reduziu os teores de sólidos solúveis totais na cultivar Gala e reduziu a acidez titulável em ambas as cultivares.

  16. Variação estacional da oferta e preços de couve-flor em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Felipe Lima e Silva

    2014-06-01

    Full Text Available Em virtude da variedade de cultivares atualmente disponíveis, de suas diferentes exigências climáticas e das diferenças climáticas entre as várias regiões produtoras, a couve-flor pode apresentar variações estacionais de oferta e de preços ao longo do ano. O objetivo do presente trabalho foi estudar a variação estacional da oferta e dos preços da couve-flor praticados no Estado de Minas Gerais, representados pelas unidades da CEASAMINAS, bem como as componentes dessa oferta para cada principal região abastecedora do Estado, no período de 2005 a 2009. A unidade CEASAMINAS (Grande BH foi responsável por 68% da comercialização anual de couve-flor em Minas Gerais por meio das unidades da CEASAMINAS, que oscilou entre 9.420 e 10.937 toneladas anuais. A quase totalidade de produção proveio de municípios mineiros, localizados em quatro grandes mesorregiões: Região Metropolitana de Belo Horizonte, Campo das Vertentes, Triângulo Mineiro e Vale do Rio Doce, que representaram, respectivamente, 49%, 28%, 9% e 6% da oferta anual. As variações estacionais de oferta refletiram claramente as limitações dos cultivares atualmente disponíveis e a necessidade de novos cultivares que possam tolerar as grandes oscilações de temperatura nos meses de meia estação. Também ficou evidente que, a despeito da disponibilidade de cultivares de verão, a produção de couve-flor ainda é mais baixa nessa época do ano, um reflexo provável da alta precipitação que ocasiona maiores perdas por doenças na lavoura e em pós-colheita.

  17. Revestimentos de fécula de mandioca, perda de massa e alteração da cor de frutos de pimentão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicentini Nívea Maria

    1999-01-01

    Full Text Available Uma proposta em estudo para minimizar as perdas pós-colheita, é o uso de revestimentos derivados da fécula de mandioca. Frutos de pimentão (Capsicum annuum L. cultivar Magali, foram mergulhados (1 minuto em suspensões a 1 e 3% de fécula geleificada, secos naturalmente ao ar e armazenados em condições ambientais onde a temperatura média do período variou de 20,2-21,8°C. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 3 tratamentos, 6 repetições e 5 frutos por parcela. As análises de controle (perda de massa e alteração da coloração, foram feitas a cada dois dias por um período de 10 dias. Os frutos com película a 3%, apresentaram inibição no desenvolvimento da coloração vermelha; porém não houve efeito sobre a perda de massa.

  18. Tópicos da teoria da relatividade

    OpenAIRE

    Fragata, Paulo Renato Ferreira

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado, Matemática para Professores, 25 de Outubro 2013, Universidade dos Açores. Qualquer descrição física da natureza tem por base a especificação da posição e do instante em que decorre determinado acontecimento. Para tal, é necessário recorrer a um sistema de coordenadas, escolhido por cada observador, do modo que ele achar mais pertinente. Dada a generalidade na escolha do sistema de coordenadas, é útil conhecer as regras que nos permitem comparar cálculos feitos em d...

  19. Momento de colheita e períodos de armazenamento omento no rendimento industrial e na qualidade fisiológica do arroz de terras altas = Harvest time and storage period for the industrial revenue and physiological seed quality of upland rice

    Direct