WorldWideScience

Sample records for boro em solos

  1. Efeito de doses de boro no crescimento vegetativo de girassol em diferentes classes de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Euba Neto

    2014-06-01

    Full Text Available A baixa disponibilidade de boro (B no solo é um dos fatores que mais limita a produção do girassol, planta oleaginosa caracterizada por ampla adaptabilidade climática. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência de doses de boro, aplicadas em distintas classes de solos, no desenvolvimento do girassol cultivar Hélio 863. As amostras foram coletadas na camada de 0-20 cm dos solos: Argissolo Acinzentado (PAC; Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA; Neossolo Litólico (RL; Argissolo Vermelho eutrófico (PVe; Neossolo Flúvico (RY e Vertissolo Háplico (VX. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 6 x 4 (solos x doses, com quatro repetições. A unidade experimental foi representada por uma planta por vaso. Os solos apresentaram efeito significativo (p < 0,01 sobre todos os parâmetros de crescimento estudados. As plantas de girassol cultivadas nos solos RY, VX, PAC e RL apresentaram a maior área foliar, os maiores capítulos, o maior teor de boro foliar e maior número de folhas e altura de plantas, respectivamente. A adubação com boro não influenciou a produção de fitomassa seca do girassol cv. Hélio 863.

  2. Frações de boro e índices de disponibilidade em solos do estado do Ceará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. F. Ferreyra H.

    1999-06-01

    Full Text Available Em 29 amostras superficiais (0-20 cm de solos do estado do Ceará, foram determinadas diferentes frações de boro e estabelecidas relações com algumas propriedades do solo e com o boro solúvel, usado como índice de disponibilidade para as plantas. As frações de boro foram analisadas, seguindo-se um esquema de fracionamento seqüencial. Determinaram-se o boro solúvel em água (B-Sol, o boro não especificamente adsorvido (B-NEsAd, o boro especificamente adsorvido (B-EsAd, o boro associado a óxidos de Mn (B-OxMn, o boro associado a óxidos de Fe e Al amorfo (B-OxFeA e a óxidos de Fe e Al cristalino (B-OxFeC, e o boro residual (B-Res. Também foram determinados o boro total (B-Total e o solúvel em três extratores: água quente, HCl 0,05 mol L-1 e manitol 0,05 mol L-1 + CaCl2 0,01 mol L-1. O teor de boro total nos solos variou de 10,5 a 24,0 mg kg-1 (média de 14,4 mg kg-1. As frações B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd apresentaram teores entre 0,05 e 0,79 mg kg-1, representando entre 0,3 a 4,4% do B-Total. Dentre os óxidos, houve predominância do B-OxFeC (média de 4,4 mg kg-1 com teores entre 1 a 2 vezes superiores aos de B-OxFeA (média de 2,72 mg kg-1. Na maioria dos solos, a fração predominante foi o B-Res (média de 6,22 mg kg-1, ocluso em minerais silicatados, com teores que variaram de 19,6 a 70,7% do B-Total. Os valores de B disponível, nos três extratores, correlacionaram-se de forma altamente significativa entre si e com as frações B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd. A matéria orgânica e a argila foram as propriedades que se correlacionaram melhor com o B-Sol, B-NEsAd e B-EsAd.

  3. Adsorção de boro em solos de várzea do Sul de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Azevedo Watson Rogério de

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a adsorção de B em quatro solos de várzea da região de Lavras, MG, por meio dos parâmetros das isotermas de Langmuir e Freundlich, no período de outubro a novembro de 1998. Amostraram-se solos Aluvial, Glei Pouco Húmico, Glei Húmico, e Orgânico artificialmente drenado, coletados na camada de 0-20 cm e peneirados para 2 mm. Amostras com e sem calagem foram incubadas durante 30 dias. Duplicatas de 4,0 g de solo de cada classe foram acondicionadas em tubos de polietileno com oito diferentes doses de B (0, 2, 4, 8, 12, 16, 24 e 32 mig mL-1 preparadas em CaCl2.2H2O 0,01 mol L-1, com ácido bórico como fonte. Os teores de B na solução de equilíbrio foram determinados pelo método da Azometina-H. Os resultados mostraram que alto teor de matéria orgânica confere ao solo Glei Húmico maior capacidade de adsorver boro. A matéria orgânica, a superfície específica, caulinita e alumínio trocável foram os atributos dos solos que se correlacionaram diretamente com a capacidade máxima de adsorção de B (CMAB. A calagem proporcionou diminuição da CMAB em todos os solos.

  4. Efeitos do boro em cana-de-açúcar cultivada em vasos contendo solo Effects of boron on sugarcane cultivated in pots with soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Espironelo

    1976-07-01

    Full Text Available Em ensaios em vasos foram estudados os efeitos do boro na cana-de-açúcar var. CB 41-14 (cana-planta e cana-soca, através da administração de doses crescentes do elemento à cana-planta cultivada em solo da série Ibitiruna, do Município de Piracicaba, com teor muito baixo de boro solúvel em água quente. Ao solo dos vasos (80 litros de capacidade foram administradas as doses de 0, 0,5, 1, 2, 3, 4 e 8 ppm B, sob a forma de ácido bórico. Foram obtidos dados de produção de cana (planta e soca e do teor de boro em folhas de três posições na planta (+3, +1 e -1, em amostragens feitas aos cinco e oito meses de idade da cana-planta, e calcularam-se dados de açúcar-provável (cana-planta e soca. O boro aplicado ao solo não proporcionou aumentos nas produções de cana e de açúcar-provável, tanto em cana-planta como em cana-soca, induzindo, entretanto, efeito depressivo em ambos os casos, pela dose mais elevada (8 ppm B na cana-planta. Os teores de B nas folhas ( + 3, +1 e -1 de cana-planta, aos cinco meses de idade, cresceram com as doses administradas ao solo, alcançando níveis muito elevados (289 ppm no tratamento 8 ppm B, com a média geral atingindo 124,4 ppm B. Aos oito meses, os valores foram bem mais baixos (média geral 61,4 ppm B e não seletivos em relação à dose do boro aplicada. A melhor época de amostragem estaria em torno de cinco meses. As três posições de folha estudadas mostraram-se eficientes em relação às doses de boro aplicadas ao solo, sendo que +3 e +1 deram valores mais altos do que -1.The effects of boron on the behaviour of sugarcane (plant-crop and first ratton crop var. CB 41-14 were studied in a trial pot with increasing doses of this micronutrient to Ibitiruna soil from Piracicaba, SP, considered poor in boron content. The boron applied did not increase cane growth nor sugar content, but 8 ppm B reduced both cane and sugar production. Chemical analysis with leaves 5 months old revealed

  5. Crescimento de soja em solos em resposta a doses de Boro, calagem e textura do solo Soybean growth in response to boron dosages, liming and soil texture

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2008-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se quantificar a produção de matéria seca e os conteúdos de B, Ca e Mg na cultura da soja cultivada em solos com diferentes texturas que receberam doses crescentes de B e calagem, e correlacionar o conteúdo de B absorvido pela planta com o teor de B recuperado com água e CaCl2 ferventes sob influência de doses de boro e a calagem aplicadas em três solos distintos. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em esquema fatorial 3 x 2 x 6, consistindo de três solos: textura arenosa (RQ, textura média (LVA1 e textura argilosa (LVA2, com e sem calagem, e seis doses de B (0; 1,5; 3; 6; 9 e 15 mg dm-3, em blocos casualizados com três repetições. Determinou-se o teor de B no solo extraível com água e CaCl2 ferventes após 45 dias da adição das doses de B aos solos, massa de matéria seca da parte aérea e os teores de B, Ca e Mg na soja. Os teores de B recuperado, tanto pela água fervente, quanto pelo CaCl2 fervente foram semelhantes nos três solos estudados e, apresentaram altas correlações com o conteúdo de B e o peso de matéria seca. As doses de B adicionadas aumentaram a sua absorção pelas plantas, mas causaram redução na produção de matéria seca da parte aérea nos solos RQ (textura arenosa, LVA1 (textura média e o LVA2 (textura argilosa com calagem, neste último solo, o efeito é minimizado na presença de maior teor de argila.This work aimed to quantify the dry matter production and the contents of B, Ca and Mg in soybean plants grown in soils with different textures, which received increasing doses of B, and liming. Additionally, it was correlated the B contents in the plants with the B recovered from the soil with boiling water and CaCl2. The experiment was carried out in a greenhouse in a factorial 3 x 2 x 6 (three soils: sand texture (RQ, loamy sand (LVA1 and clayey (LVA2 textures; with and without liming; and six B doses: 0; 1,5; 3; 6; 9 and 15 mg dm-3 arranged in a entirely

  6. Isotermas de langmuir e de freundlich na descrição da adsorção de boro em solos altamente intemperizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ALLEONI L.R.F.

    1998-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar a adequação dos modelos de Langmuir e de Freundlich para descrever a adsorção do boro em amostras superficiais (0-0,2 m e subsuperficiais (na maior expressão do horizonte B de três solos altamente intemperizados: latossolo roxo distrófico textura muito argilosa (LR, podzólico vermelho-amarelo eutrófico textura arenosa/média (PV e latossolo vermelho-escuro álico textura média (LE. Para a determinação da quantidade de boro adsorvido, 20 mL de soluções de CaCl2 0,01 mol.L-1 com diferentes quantidades de boro (0; 1; 2; 4; 8 e 16 mg.mL-1 foram adicionados a 4 g de terra fina seca em estufa e agitados por 24 h. Tanto o modelo de Langmuir como o de Freundlich adequaram-se bem aos valores de boro adsorvido pelos solos, em toda faixa estudada. As adsorções máximas de maior valor estimadas pelo modelo de Langmuir foram encontradas para as amostras do LR (em torno de 14 mg.g-1, seguidas daquela do horizonte B do PV (7 mg.g-1. Valores menores foram encontrados nas amostras do LE e no horizonte superficial do PV, com menos de 6 mg.g-1 de boro adsorvido. O somatório dos desvios no PV e no LE foram maiores para o modelo de Freundlich, enquanto que, no LR, o somatório foi maior para os valores estimados pelo modelo de Langmuir.

  7. Fertilização com boro e zinco no solo em complementação à aplicação via foliar em laranjeira Pêra

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quaggio José Antônio

    2003-01-01

    Full Text Available As deficiências de boro (B e zinco (Zn são as mais freqüentes na citricultura brasileira e há escassez de conhecimento sobre critérios de diagnóstico e manejo desses nutrientes nessa cultura. A aplicação foliar tem sido a forma tradicional de fornecimento desses nutrientes, a despeito da baixa redistribuição na planta cítrica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação complementar de B e Zn no solo em comparação com a aplicação via foliar e estabelecer curvas de calibração de análises de solo e de folhas com a produtividade da laranjeira Pêra. Os tratamentos foram arranjados em delineamento fatorial 4², com três repetições. Foram aplicadas no solo as doses anuais de 0, 2, 4 e 6 kg ha-1 de B (ácido bórico e Zn (sulfato de zinco, em complemento à adubação foliar. A produção de frutos aumentou significativamente com a aplicação de B no solo até a dose de 4 kg ha-1, enquanto a aplicação de Zn no solo mostrou-se pouco eficiente. As doses de B afetaram a qualidade dos frutos. A produtividade máxima foi obtida com teor de B no solo de 1,0 mg dm-3, e na folha de cerca de 300 mg kg-1. A aplicação foliar de B, apesar de evitar os sintomas típicos de deficiência, não otimizou a produtividade e a qualidade dos frutos, enquanto a aplicação foliar de Zn mostrou-se eficiente. Curvas de calibração de análises de solo e de folhas mostraram a necessidade de rever as classes de interpretação desses micronutrientes na citricultura.

  8. Interferência de ferro na dosagem de boro no solo com azometina-H em soluções extratoras ácidas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ferreira Gilvan Barbosa

    2002-01-01

    Full Text Available A busca de métodos que permitam a extração do boro para avaliação da fertilidade do solo para a recomendação de adubação é importante, devido aos baixos teores de boro e aos altos teores de Fe na maioria dos solos brasileiros. A extração com água quente, método-referência, é trabalhosa e apresenta dificuldades operacionais. Por outro lado, soluções de CaCl2 5 mmol/L e BaCl2.2H2O 5 mmol/L são usadas com sucesso. O objetivo deste trabalho foi testar a eficiência do ácido tioglicólico na eliminação da interferência do Fe na dosagem de B do solo com azometina-H, após extrações com soluções ácidas de Mehlich-1 e HCl (50 e 100 mmol/L. Dosagem com azometina-H, com e sem ácido tioglicólico, foram feitas para oito solos de Minas Gerais e dois solos do Mato Grosso do Sul. Foi utilizada como referência, a extração com BaCl2.2H2O 5 mmol/L, com aquecimento em forno de microondas e dosagem com azometina-H; a determinação de B com azometina-H em extratos originados de soluções ácidas sofre forte interferência do Fe. A adição do ácido tioglicólico não remove esta interferência. A coloração do complexo B-azometina-H fica menos estável com a adição do ácido tioglicólico na dosagem do boro.

  9. TAXAS DE RECUPERAÇÃO DE BORO POR EXTRATORES EM SOLOS DA BAHIA E DE MINAS GERAIS, NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DE CALAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Augusto dos Santos Neto

    2015-08-01

    Full Text Available As informações referentes às taxas de recuperação do boro pelo extrator em razão das doses adicionadas são escassas e necessárias para os sistemas de recomendação de adubação e corretivos. Esta pesquisa teve o objetivo de determinar as taxas de recuperação desse nutriente com água fervente e CaCl2 fervente em solos dos Estados da Bahia e Minas Gerais, na ausência e na presença de calagem. O experimento foi instalado em casa de vegetação, utilizando tratamentos em esquema fatorial (6 × 2 + 9 × 6, correspondendo a seis solos com e sem calagem, nove solos sem calagem e seis doses de B. Utilizaram-se blocos casualizados, com três repetições. As unidades experimentais foram constituídas por 0,6 dm3 de solo. A calagem foi calculada com base na análise de solo, seguindo a recomendação de calagem usada para o Estado de Minas Gerais. Após 15 dias de incubação, os solos receberam doses de B (0,0; 1,5; 3,0; 6,0; 9,0; e 15 mg dm-3, fazendo-se uma nova incubação por um período de 45 dias. Usou-se ácido bórico como fonte de B. Terminada a incubação, o teor de B disponível foi extraído com água fervente e CaCl2 5 mmol L-1 fervente, sendo a dosagem feita com azometina-H. Foram feitas análises de regressão e correlação para as diversas variáveis. O B extraído do solo com água fervente e o CaCl2 fervente, independentemente da calagem, aumentou linearmente com a elevação das doses aplicadas desse nutriente aos solos. Os extratores água fervente e o CaCl2fervente não são sensíveis à calagem. As taxas de recuperação de B dos solos pelos extratores usados variam de acordo com os teores de matéria orgânica, a quantidade e qualidade de argila e pelo equivalente de umidade. Os extratores utilizados foram altamente correlacionados entre si na extração do B do solo.

  10. Efeito do boro na nodulação da ervilha cultivada em solos de várzea Boron effects on nodule development in pea plants cultivated in lowland soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Watson Rogério de Azevedo

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do boro na nodulação da ervilha (Pisum sativum L. cv. Torta de Flor Roxa, cultivada em solos de várzea em condições de casa de vegetação, entre maio e julho de 1998. Amostras de Neossolo Flúvico, Gleissolo Háplico, Gleissolo Melânico e Organossolo Mésico artificialmente drenado foram coletadas na camada de 0-20 cm. Essas amostras foram previamente cultivadas com rabanete, e receberam calcário, P, K, S, Cu e Zn e seis doses de B (0,0, 0,25, 0,5, 1,5, 3,0 e 6,0 mg dm-3. Por ocasião do cultivo da ervilha aplicou-se apenas K (100 mg dm-3. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x6, com três repetições. Foram cultivadas três plantas por vaso, cujas sementes, na época da semeadura, foram submetidas à inoculação com estirpes de Rhizobium leguminosarum (BR 618 e BR 619. Para verificação da existência de estirpes nativas de rizóbio, cultivaram-se sem inoculação nas sementes, três vasos, de cada solo, que haviam recebido a mesma dose de calcário, a mesma adubação básica e 0,5 mg dm-3 de boro. Aos 45 dias após o plantio, em pleno florescimento, colheu-se o experimento. Não foram observadas estirpes nativas nos solos avaliados. Nos solos Gleissolo Háplico e Organossolo Mésico artificialmente drenado, as doses de B influenciaram a nodulação e a atividade da nitrogenase.The objective of this work was to evaluate the effect of boron on nodule development in pea Pisum sativum L. plants cultivated in lowland soils under greenhouse conditions from May to July, 1998. Samples of Alluvial Soil, Low Humic Gley, Humic Gley and artificially drained Bog Soil were collected from a layer 0-20 cm deep. The samples were previously cultivated with radish plants that received lime, P, K, S, Cu and Zn and doses of B (0, 0.25, 0.5, 1.5, 3.0 and 6.0 mg dm-3. Before pea cultivation only K was applied (100 mg dm-3. The experimental design was totally

  11. Resposta de brócolis, couve-flor e repolho à adubação com boro em solo arenoso Response of boron fertilization on broccoli, cauliflower and cabbage planted in sandy soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Pizetta

    2005-03-01

    Full Text Available Foram avaliados em condições de campo, em solo arenoso, com baixo teor de boro, os efeitos da adubação com cinco doses de boro (0; 2; 4; 6 e 8 kg ha-1 de B na forma de bórax na produção de brócolis, couve-flor e repolho. O experimento obedeceu a um esquema fatorial com delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. As adubações orgânica e química, inclusive o bórax, foram feitas no sulco antes do transplantio das mudas e a colheita foi feita entre 63 e 93 dias após o transplantio. A produtividade de brócolis variou de 16,9 a 20,5 t ha-1; a de couve-flor de 21,6 a 29,6 t ha-1 e a de repolho de 40,5 a 46,4 t ha-1. O aumento observado na produtividade de brócolis e de repolho foi linear e o efeito das doses de boro na produtividade de couve-flor foi quadrático, sendo necessários 5,1 kg ha-1 de B para atingir a produtividade máxima de 30 t ha-1. Brócolis e repolho mostraram-se menos sensíveis do que a couve-flor tanto à deficiência quanto ao excesso de boro. No caso da couve-flor, com a aplicação de 2 kg ha-1 ou de 6 kg ha-1 de B houve significativa perda de qualidade do produto.The effects of boron fertilization on yield of broccoli, cauliflower and cabbage were evaluated through a field experiment carried out on a sandy soil low in available boron. Five boron levels (0; 2; 4; 6; and 8 kg ha-1 B as borax were applied in broccoli, cauliflower and cabbage using a factorial scheme and a randomized block design with three replicates. Organic manure and chemical fertilizers, including borax, were applied in the planting furrow before seedlings transplant and plants were harvested 63 to 93 days after planting date. The yield intervals obtained with broccoli, cauliflower and cabbage varied according to the following intervals: 16.9 to 20.5 t ha-1, 21.6 to 29.6 t ha-1 and 40.5 to 46.3 t ha-1, respectively. The increase in production observed in broccoli and cabbage yield was linear with boron levels and the

  12. Aplicação de boro em bananeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Shigueaki Nomura

    2011-06-01

    Full Text Available A fertilização de bananeiras com micronutrientes é pouco estudada, principalmente a aplicação de boro (B que apresenta funções ligadas ao desenvolvimento de meristemas apicais. Desta forma, o objetivo do presente trabalho foi estudar as respostas da adubação com B em diferentes doses e formas de aplicação em bananeira 'Grande Naine'. Utilizou-se delineamento experimental em esquema fatorial com três doses (0,85; 1,70 e 3,40 g planta-1 e três formas de aplicação do fertilizante (solo, folhas e orifício do perfilho desbastado, utilizando-se de ácido bórico como fonte de B, mais uma testemunha sem aplicação de B. Avaliaram-se os efeitos dos tratamentos na disponibilidade do B no solo, no desenvolvimento, no estado nutricional e na produção de frutos das bananeiras. A aplicação de B no solo e nas folhas aumentou a disponibilidade do micronutriente na camada superficial do solo (entre 1,0-1,5 mg kg-1, para a maior dose do nutriente e correspondente aumento até 20-40 cm, como resultado da lixiviação. A contribuição da adubação foliar no aumento do teor no solo deveu-se à lavagem e ao escorrimento da solução fertilizante das folhas para a superfície do solo. Por outro lado, não houve efeito do B quando aplicado no orifício do perfilho desbastado (~0,3 mg kg-1 de B. Também, verificou-se que não houve efeitos da aplicação de B no desenvolvimento da bananeira (altura e diâmetro do pseudocaule medidos após a emissão da inflorescência. Nas amostragens quinzenais, os teores foliares de B, quando aplicado no orifício do perfilho desbastado, foram maiores e prolongaram-se por até um mês após a aplicação na bananeira. Porém, na última amostragem foliar (emissão da inflorescência, não houve efeito da forma de aplicação nos teores foliares de B (~20 mg kg-1. Não foram observados efeitos da fertilização na produção de frutos em função das doses e formas de aplicação do B, porém a aplicação no

  13. Absorção e redistribuição de boro em coqueiro-anão-verde.

    OpenAIRE

    PINHO, L. G. da R.; MONNERAT, P. H.; PIRES, A. A.; SANTOS, A. L. A.

    2009-01-01

    O objetivo deste trabalho foi verificar se ocorre redistribuição de boro em coqueiros (Cocos nucifera), quando a aplicação de ácido bórico é realizada na axila foliar ou no solo. Foram empregados os seguintes tratamentos com ácido bórico: 30 g aplicados sobre a axila da folha número 10; 60 g aplicados ao solo; e controle, sem aplicação. Foram realizadas duas aplicações de B, com um intervalo de cinco meses entre elas. A unidade experimental consistiu de duas plantas, com seis repetições, em d...

  14. CORRELATIONS BETWEEN HOT CALCIUM CHLORIDE-EXTRACTED BORON AND CHEMICAL AND PHYSICAL ATTRIBUTES OF SOME BRAZILIAN SOILS CORRELAÇÕES ENTRE BORO SOLÚVEL EM CLORETO DE CÁLCIO 0,01 mol L-1 A QUENTE E ATRIBUTOS QUÍMICOS E FÍSICOS DE ALGUNS SOLOS BRASILEIROS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni

    1999-01-01

    Full Text Available Relationship between soluble boron extracted with a hot CaCl2 0.01 mol L-1 solution and pH; organic carbon; exchangeable cations; cation exchange capacity (CEC; base saturation; total, free and amorphous iron and aluminum oxide contents; clay content; and specific surface area were performed for surface and subsurface samples of five soils. The soils were a Rhodic Hapludox, an Arenic Paleudalf and three Typic Hapludox, all representative soils of the State of São Paulo, Brazil. To quantify the relations between soluble boron and the different soil characteristics, simple linear correlations and multiple regressions, using a stepwise regression program, were performed. Hot-CaCl2 extractable boron (HCB was significantly correlated with clay content (r = 0.69*, specific surface area (r = 0.68*, CEC (r = 0.63* and total aluminum oxides (r = 0.70* in all five soils. In addition, there was a correlation between HCB and organic carbon (r = 0.75* in the four Oxisols. The correlation coefficient between the product (carbon x clay and soluble boron contents was also highly significant (r = 0.78**. Multiple regression analysis showed that total aluminum oxide, as well as exchangeable calcium and aluminum, were correlated with HCB, explaining 85% of the variation. The product (carbon x clay took into account the effect of textural gradient and showed high positive correlation with hot-CaCl2 0.01 mol L-1extractable boron.Teores de boro solúveis em CaCl2 0,01 mol L-1 a quente, de amostras superficiais e subsuperficiais de dois Latossolos argilosos, dois Latossolos de textura média e um Podzólico Vermelho-Amarelo do Estado de São Paulo, Brasil, foram correlacionados com alguns de seus atributos químicos e físicos. As correlações entre boro solúvel e superfície específica (r = 0,68*, argila (r = 0,69*, CTC (r = 0,63* e alumínio total (r = 0,70* dos cinco solos e com o teor de carbono orgânico dos quatro Latossolos (r = 0,75* foram estatisticamente

  15. Características morfofisiológicas de sementes e produção de girassol em função de boro no solo Morphophysiological characteristics of seed and production of sunflower as a function of boron in soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele A. Bonacin

    2009-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de se estudar o efeito de doses de boro sobre as características morfofisiológicas de sementes e a produção de girassol, cultivar Embrapa V122-2000, instalou-se um experimento em 17/11/2000, em área experimental da UNESP/FCAV, Jaboticabal, SP, em Latossolo Vermelho eutrófico de textura média. O delineamento foi o de blocos casualizados, com cinco doses de boro (0, 1, 2, 3 e 4 kg ha-1 em quatro repetições. Após o florescimento pleno (80-90% de flores abertas se avaliaram semanalmente, as características das sementes: comprimento, largura e espessura, massa seca, concentração e conteúdo de água, primeira contagem da germinação, germinação final e teor de óleo. Pelos resultados obtidos não se constatou efeito significativo da aplicação de boro nas características das sementes avaliadas aos 49 dias após o florescimento pleno da cultura, o que foi atribuído ao teor inicial de boro no solo, 0,22 mg dm-3 (extraído com solução de BaCl2 1,25 g L-1 que, além de considerado médio, deve ter sido suficiente para o crescimento e desenvolvimento das sementes de girassol. A produtividade média foi de 2.559 kg ha-1.An experiment was carried out in order to evaluate effects of boron applied to soil on the morphophysiological characteristics of sunflower seed (achene. The experiment was installed on November 17, 2000 in an experimental area at São Paulo State University - UNESP/FCAV, Jaboticabal, SP, in an oxisoil with the sunflower variety Embrapa V122-2000. The experimental design was a completely randomized block, with five doses of boron (0, 1, 2, 3 and 4 kg ha-1 with four replications. After full bloom (80-90% of open flowers, the following characteristics were evaluated during seven weeks: length, width and thickness, seed dry mass, water concentration and content, first counting of germination, final germination and oil content. Seed yield was also evaluated. There was no significant effect of boron

  16. Adsorção e lixiviação de boro em Latossolo Vermelho-Amarelo Boron adsorption and leaching in a Brazilian Oxisol

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ciro Antonio Rosolem

    2007-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a adsorção e a lixiviação do boro em Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, cultivado com soja, em conseqüência das doses de boro e da calagem. Foram analisadas amostras de um solo do Estado do Mato Grosso, cultivado com soja durante três anos, com doses de 0, 1,5, 3, 4,5, 6, 7,5 e 9 Mg ha-1 de calcário, e 0, 1, 3, 5, 7 e 10 kg ha-1 de boro, aplicados no primeiro ano de cultivo. Foram determinadas isotermas de adsorção de boro em função da calagem e do tempo de cultivo, assim como a lixiviação em função da calagem e da adubação boratada. No caso da calagem, mesmo com doses relativamente altas de calcário, a adsorção de boro pelo solo é muito alta apenas no ano de aplicação do corretivo, e diminui significativamente com o tempo. No entanto, a lixiviação de boro guarda estreita relação com o teor do nutriente no solo e com a dose do nutriente que é aplicada, mas é pouco influenciada pela calagem.The objective of this work was to evaluate soil boron dynamics in a Typic Hapludox cropped with soybean for three years, as affected by boron rates and liming. Soil samples were taken during three years from a field experiment with lime rates of 0, 1.5, 3, 4.5, 6, 7.5 and 9 Mg ha-1 and boron rates of 0, 1, 3, 5, 7 and 10 kg ha-1. Boron adsorption isotherms as affected by liming and time under cropping were determined. Boron leaching, as affected by boron fertilization and liming was also evaluated. When lime was applied, even at high rates, soil boron adsorption was very high only in the first year, and decreased with time. Boron leaching, though not affected by liming, is strongly related to soil boron contents and boron fertilization.

  17. Biodiversidade do solo em ecossistemas brasileiros

    NARCIS (Netherlands)

    Moreira, F.M.S.; Siqueira, J.O.; Brussaard, L.

    2008-01-01

    Biodiversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros R,00 O solo é considerado o ecossistema mais complexo e dinâmico do planeta, cuja heterogeneidade de habitats, que varia na escala de nanômetros até quilômetros, abriga enorme biodiversidade que desempenha papel essencial para a continuida¬de dos

  18. EFEITOS DAS APLICAÇÕES DE CÁLCIO E DE BORO NA OCORRÊNCIA DE PODRIDÃO APICAL E PRODUÇÃO DE TOMATE EM ESTUFA

    OpenAIRE

    PLESE L.P.M.; TIRITAN C.S.; YASSUDA E.I.; PROCHNOW L.I.; CORRENTE J.E.; MELLO S.C.

    1998-01-01

    Com o objetivo de estudar os efeitos das aplicações de cálcio via foliar e de boro via solo na produção e ocorrência de podridão apical em tomate em estufa, conduziu-se um experimento no município de Regente Feijó, SP, com solo classificado como Podzólico Vermelho-Amarelo, fase arenosa. Os tratamentos consistiram de três doses de boro (0, 1 e 2 g cova-1) e três freqüências de aplicação foliar de cloreto de cálcio a 0,6% (sem aplicação, aplicação semanal e quinzenal). Os resultados obtidos sug...

  19. EFEITOS DAS APLICAÇÕES DE CÁLCIO E DE BORO NA OCORRÊNCIA DE PODRIDÃO APICAL E PRODUÇÃO DE TOMATE EM ESTUFA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    PLESE L.P.M.

    1998-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar os efeitos das aplicações de cálcio via foliar e de boro via solo na produção e ocorrência de podridão apical em tomate em estufa, conduziu-se um experimento no município de Regente Feijó, SP, com solo classificado como Podzólico Vermelho-Amarelo, fase arenosa. Os tratamentos consistiram de três doses de boro (0, 1 e 2 g cova-1 e três freqüências de aplicação foliar de cloreto de cálcio a 0,6% (sem aplicação, aplicação semanal e quinzenal. Os resultados obtidos sugeriram que a aplicação de 1 g cova-1 de boro e freqüência de aplicação quinzenal de CaCl2 a 0,6% e a aplicação semanal de CaCl2 a 0,6% na ausência de boro constituíram-se nas melhores opções no sentido de conciliar maior produtividade e menor número de frutos com incidência de podridão apical.

  20. Produção e qualidade da batata em resposta ao boro Yield and quality of the potato in response of boron levels

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Adelande de Mesquita

    2007-04-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a produtividade e qualidade de tubérculos de batata em resposta ao boro em amostras de um Latossolo Vermelho (LV e de um Cambissolo (CX. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 2, constituído de quatro doses de boro (0,0; 0,75; 1,50 e 3,0 mg dm-3 e duas cultivares de batata (Asterix e Monalisa, com três repetições. Foram avaliados a produtividade, a massa seca, teores de amido, açúcares redutores e açúcares totais dos tubérculos. As doses crescentes de boro aumentaram a produtividade principalmente para a cultivar Asterix, cultivada no LV com a dose de 2,19 mg dm-3 de boro. No LV, a cultivar Asterix também apresentou maiores porcentagens de massa seca e amido nos tubérculos, enquanto os teores de açúcares redutores reduziram-se com o aumento de boro nas duas cultivares. No CX, a produtividade foi menor que no LV, provavelmente, devido ao alto teor de silte do solo que dificultou a formação dos tubérculos. A Asterix foi 108% mais produtiva e 37% mais exigente em boro, quando comparada à Monalisa.The experiment was carried out in a greenhouse, using two soils Latosol (LV and Cambisol (CX to evaluate the effects of boron rates on yield and tubers quality for two potato cultivars, Asterix and Monalisa. The experimental design was a randomized blocks in a 4 x 2 factorial arrangement with three replications, using four boron rates (0.0, 0.75; 1.50 and 3.0 mg dm-3 and two potato cultivars (Asterix and Monalisa. Two soil types were used; Latosol and Cambisol. Yield, dry matter, starch, reducing sugars and total sugars tuber contents were evaluated. Increasing boron rates improved tuber yield, reaching maximum yield on Red Latosol at 2.19 mg dm-3 of boron. For Asterix cultivar, also presented the highest percentages of dry matter and starch in tubers on a Red Latosol. Reducing sugar content decreased with boron rates in Red Latosol. For both

  1. Potencial de água do solo e adubação com boro no crescimento e absorção do nutriente pela cultura da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Robson Trautmann

    2014-02-01

    Full Text Available A soja é uma cultura exigente em boro (B, entretanto, é estreita a faixa entre o nível adequado e o tóxico para esse nutriente no solo; dessa forma, a dose a ser recomendada deve ser bem definida. As condições hídricas do solo também é um aspecto importante relacionado diretamente com a disponibilidade de B para as plantas. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de fontes e doses de B no crescimento da soja (Glycine max em um Latossolo Vermelho eutroférrico de textura arenosa, submetido a diferentes tensões de água. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em vasos com 5 dm³ de solo. Utilizou-se o delineamento experimental em parcelas subdivididas, em esquema fatorial 5 x 2 x 3, sendo cinco doses de B (0,0; 0,25; 0,5; 1,0; e 2,0 mg dm-3; duas fontes (ácido bórico e colemanita e três tensões de água no solo (0,01; 0,03; e 0,10 MPa, com quatro repetições. Os resultados indicaram que o crescimento da soja não é influenciado quando se mantém o nível de tensão de água no solo até 0,1 MPa. O crescimento do sistema radicular foi interferido negativamente com a aplicação de doses de B até 2 mg dm-3, em solo com teor inicial de 0,32 mg dm-3. Os teores de B no solo e no tecido foliar da soja aumentaram linearmente com as doses do nutriente aplicado no solo, sendo observado na maior dose (2 mg dm-3 de B sintomas de típicos de toxidez de B nas folhas da cultura da soja.

  2. FENOLOGIA E EFEITO DA UTILIZAÇÃO DE DOSES DE BORO E CÁLCIO SOBRE A PRODUÇÃO DE TOMATE ITALIANO EM DUAS ÉPOCAS DE CULTIVO

    OpenAIRE

    Débora Turchetto Zamban

    2014-01-01

    O presente trabalho objetivou avaliar a fenologia e o efeito da aplicação de cálcio via floral e de boro via solo, na produção e ocorrência de podridão apical em tomate italiano cultivado em diferentes épocas de cultivo. Os experimentos foram conduzidos à campo, na área experimental da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Frederico Westphalen, RS, nos anos 2012 e 2013. O delineamento experimental foi blocos casualizados, em esquema fatorial (2x2x3x3) com dois híbridos de toma...

  3. Controle do capim-braquiária associado à nutrição com boro no cultivo do mogno-africano em sistema silvipastoril

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Magno Brighenti

    Full Text Available Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar o controle do capim-braquiária (Urochloa decumbens nas linhas de plantio do mogno-africano (Khaya ivorensis com aplicações de herbicidas isoladas ou combinadas com boro (B, bem como a resposta do mogno-africano a esse micronutriente. Ambos os experimentos foram implantados em delineamento experimental em blocos casualizados em parcelas subdivididas, com quatro repetições. Seis tratamentos foram aplicados nas parcelas: testemunha capinada; testemunha sem capina; glyphosate (1.080 g e.a. ha-1 + chlorimuron-ethyl (10 g i.a. ha-1 + 0,05% v/v de óleo mineral, glyphosate (1.080 g e.a. ha-1 + imazethapyr (100 g i.a. ha-1, glyphosate (1.080 g e.a. ha-1 e oxyfluorfen (480 g i.a. ha-1. As subparcelas foram constituídas pela ausência ou presença de 4 kg de ácido bórico (17% B para 100 L de água. A associação do ácido bórico aos herbicidas glyphosate mais chlorimuron-ethyl, glyphosate mais imazethapyr, glyphosate ou oxyfluorfen não interfere no controle do capim-braquiária. A adição do ácido bórico à calda dos herbicidas proporciona incrementos nos teores de boro no solo e, consequentemente, aumento nos teores de boro nas folhas do mogno-africano.

  4. Boro em arroz de terras altas cultivado em solução nutritiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sérgio Pavinato

    2009-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de doses de boro na produção de matéria seca e nos parâmetros morfológicos das raízes de duas cultivares de arroz de terras altas. O experimento foi desenvolvido de abril a julho de 2004, em casa de vegetação, em Botucatu (SP, empregando-se duas cultivares de arroz - Caiapó e BRS Talento. As plântulas foram obtidas em condições controladas e após cinco dias, transferidas para vasos de plástico com capacidade para 8 L, utilizando areia lavada como suporte, deixando quatro plantas por vaso. Os tratamentos foram: 0,0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0 e 8,0 mg L-1 de B, aplicados via solução nutritiva. O corte foi realizado aos 70 dias após o transplante, sendo coletadas parte aérea e sistema radicular separadamente, determinado suas matérias secas e concentrações de N e B, bem como o comprimento, área superficial e diâmetro médio radicular. Não foi possível obter efeito positivo da aplicação de boro, evidenciando que para a cultura do arroz a dose ótima é a inferior a 0,5 ml L-1 de B. A aplicação de 3,8 e 3,4 mg L-1 de B causou efeitos tóxicos às cultivares Caiapó e Talento respectivamente. O limite de toxicidade para raízes das duas cultivares é a concentração de 2,7 mg L-1 de B. Sob toxicidade severa de B as plantas de arroz reduzem expressivamente o comprimento e aumentam o diâmetro radicular, resultando em menor área de absorção de nutrientes.

  5. Aplicação de boro e reposição de água no solo na cultura do milho forrageiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcio José de Santana

    2014-06-01

    Full Text Available Dentre os tratos culturais, a irrigação e a adubação tornam-se imprescindíveis durante a condução da cultura do milho. Dentre os nutrientes o boro exerce um papel importante no crescimento das plantas. Objetivou-se avaliar o desempenho do milho forrageiro (até a fase de corte para volumoso, submetido a diferentes concentrações de boro e níveis de reposição de água. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 16 tratamentos (4x4, sendo testados quatro reposições de água no solo (70%, 100%, 130% e 160% da evapotranspiração diária e quatro doses de boro (0 mg dm-3; 0,5 mg dm-3; 1,0 mg dm-3 e 1,5 mg dm-3 com quatro repetições. As variáveis avaliadas foram matéria verde e seca aos 35 dias após semeadura (DAS, 55DAS e 90 DAS e a eficiência do uso da água (E.U.A.. Pode-se concluir que a cultura do milho cultivar 30F90 é sensível tanto ao déficit quando ao excesso de água de irrigação; quando irrigou-se com 70% de reposição, houve maior E.U.A.; aos 90 DAS a reposição estimada que proporcionou maior  média de matéria seca foi de 113,6% com um dose de boro ótima de 0,69 mg dm-3.

  6. Leitura SPAD em abacaxizeiro imperial cultivado em deficiência de macronutrientes e de boro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Mota Ramos

    2013-03-01

    Full Text Available O equipamento Minolta SPAD-502 mede a intensidade da coloração verde das folhas e tem sido utilizado na quantificação de clorofilas, caracterizando-se pela rapidez, simplicidade e, principalmente, por possibilitar uma avaliação não destrutiva do tecido foliar. O objetivo deste trabalho foi calibrar a leitura SPAD, correlacionando-a com o diagnóstico das deficiências induzidas de macronutrientes e de boro associando às deficiências ao crescimento vegetativo do abacaxizeiro. O experimento constou de oito tratamentos: Completo, -N, -P, -K, -Ca, -Mg, -S e - B, em blocos casualizados completos, com seis repetições. Foram avaliados o comprimento e a largura da folha "D" (marcada e realizadas leituras com o medidor de clorofila SPAD 502. O uso do método de medida indireta da clorofila é adequado para a avaliação do estado nutricional de N e de crescimento vegetativo do abacaxizeiro 'Imperial'. O valor Spad e a concentração foliar de N no tratamento completo são, respectivamente: 75,7 e 14,8 g kg-1, e no deficiente de N: 36,6 e 9,7g kg-1. Com exceção das deficiências de N e P, os demais tratamentos não afetaram a leitura SPAD.

  7. Comportamento do fomesafen em solos brasileiros

    OpenAIRE

    Silva, Gustavo Rodrigues da

    2013-01-01

    A sorção e a lixiviação do fomesafen foram avaliadas em solos com diferentes características físico-químicas, e a persistência, em um Argissolo Vermelho-Amarelo cultivado com feijão nos sistemas de plantio direto e convencional. No primeiro experimento, avaliou-se o processo de sorção do fomesafen em Argissolo Vermelho- Amarelo, Cambissolo e Organossolo. Utilizou-se areia lavada, como material inerte, para determinação das razões de sorção do fomesafen. Para isso, o Sorghum vulgare, híbrido B...

  8. Mobilidade do boro em plantas de abacaxi Boron mobility in pineapple

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Cristine Siebeneichler

    2005-08-01

    Full Text Available Para confirmar a mobilidade do boro em abacaxizeiro, cultivaram-se doze mudas da cultivar 'Pérola' em solução nutritiva completa, contendo 1 µmol L-1 de B, em delineamento inteiramente casualizado. Após 45 dias, coletaram-se quatro plantas (T0 e, nas oito plantas restantes, aplicou-se, por 3 dias consecutivos, uma solução de H3BO3 a 10 mmol L-1, pincelando-se ambas as faces da folha basal número sete (7. A partir do início da aplicação foliar, foi suspenso o fornecimento de B na solução nutritiva. Um dia após a terceira aplicação foliar, coletaram-se quatro plantas (T1 e, 60 dias após esta, coletaram-se as últimas quatro plantas (T2. As plantas foram fracionadas em diferentes partes nas quais o teor de B total foi determinado pelo método da azometina-H. Em T0, o maior teor de B observado foi na raiz; no T1, na folha pincelada e na raiz e, no T2, na folha pincelada. O conteúdo de B acompanhou a variação da massa seca das porções da planta, sendo que, no T2, o maior conteúdo de B e massa seca foram observados nas folhas novas formadas entre o T1 e o T2. O boro contido nessas folhas (29,8% do boro total da planta proveio das folhas mais velhas (FMed, FTrat e FBas, cujo conteúdo diminuiu significativamente, confirmando a mobilidade do boro em plantas de abacaxi 'Pérola'.To confirm the mobility of boron in pineapple, twelve 'Pérola' pineapple seedlings were cultivated in a complete nutrient solution containing 1 mmol L-1 B in a completely randomized design. After 45 days, B was removed from the nutrient solution, and four plants were harvested (T0, and in the eight remaining plants 10 mmol L-1 H3BO3 solution were painted, for 3 consecutive days, on both faces of the basal leaf number seven (7. One day after the third foliar application, four plants were harvested (T1 and, sixty days later, the last four plants were harvested (T2. The plants were partitioned into different parts in which total B concentration was determined

  9. Níveis críticos de boro no solo e na planta para cultivo de mudas de maracujazeiro-amarelo Boron application the nutricional status and dry matter production of passion fruit cuttings

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato de Melo Prado

    2006-08-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a aplicação de boro ao substrato de produção de mudas de maracujazeiro-amarelo, para o estabelecimento dos níveis críticos do B no solo e na planta. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com cinco tratamentos e quatro repetições. As doses de boro, na forma de ácido bórico, foram: 0; 0,25; 0,50; 0,75 e 1,0 mg de B dm-3 de solo. As mudas receberam doses de N, P, K e Zn, de 300; 450; 150 e 5 mg dm-3, respectivamente, sendo o N e o K parcelados em três vezes (15; 30 e 45 dias após o plantio. O experimento foi conduzido em condições de casa de vegetação, em vasos com 2 dm-3 de substrato de um Latossolo Vermelho distrófico. Após 70 dias do plantio, foram avaliados: o diâmetro do caule, a altura da planta, o número de folhas e a matéria seca da parte aérea e das raízes, bem como os teores de macro e micronutrientes. As mudas de maracujazeiro responderam à aplicação de boro em substrato com baixa concentração (0,06 mg dm-3, extraído com água quente. O maior desenvolvimento das plantas esteve associado à dose próxima de 0,5 mg de B dm-3 e à concentração de 0,4 mg de B dm-3 no substrato e um teor de 22 mg de B kg-1 na parte aérea.It was objectified to evaluate the application of boron to the substratum of production of yellow passion fruit cuttings, for the establishment of the critical levels of the B in the soil and the plant. The experimental design used was randomized blocks with 5 treatments and 4 replications. The doses of boron were: 0; 0,25; 0,50; 0,75 and 1,00 mg dm-3 of B. All the plants received doses of N, P, K and Zn of 300; 100; 150 and 5,0 mg dm-3, respectively. The experiment was lead in vases with 2.0 dm³ of substratum of a Typic Haplorthox. After 70 days of the sowing were evaluated: height, leave numeric, dry matter, nutritional status of plants and soil nutrients. The passion fruit plant seedlings answered to the boron application in soil with low concentration of

  10. Aplicación de boro en eucalipto: comparación de fuentes Aplicação de boro em eucalipto: comparação de fontes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Gabriel Ferrando

    2012-12-01

    Full Text Available La deficiencia de boro (B en sistemas forestales ha sido reportada en diferentes especies de pino y eucalipto, verificándose importantes mejoras en la producción y/o calidad de madera, con el agregado de este nutriente. La baja retranslocación del B dentro de la planta hace necesario un aporte constante para satisfacer las demandas del cultivo. Al ser un nutriente muy poco retenido por el suelo está sujeto a pérdidas por lixiviación. El uso de fertilizantes solubles brinda una solución a corto plazo, muy dependiente de situaciones ambientales, mientras que las fuentes de liberación lenta permitirían un aporte más constante y por más tiempo. El objetivo de este trabajo fue evaluar la disponibilidad en el tiempo del B proveniente de diferentes fuentes, a través de cambios en las concentraciones foliares de Eucalyptus globulus (Labille y Eucalyptus grandis (Hill ex Maiden, en distintas situaciones de suelos y manejo. Se instalaron tres experimentos de campo de comparación de fuentes boratadas (borato de sodio vs ulexita, aplicadas en cobertura, a árboles con seis meses de transplantados, en distintos sitios experimentales de Uruguay. A los 6, 12 y 24 meses luego de la fertilización se evaluaron las concentraciones foliares de B. La ulexita mostró una alta solubilidad y baja residualidad, con similar eficiencia que el borato de sodio como aporte de B para los eucaliptos. La dosis de B aplicada (4 g de B por planta parecería ser suficiente para alcanzar niveles foliares que podrían considerarse de suficiencia, sin llegar a niveles de toxicidad.A deficiência de boro (B em sistemas de produção florestal tem sido relatada em várias espécies de pinheiros e eucaliptos, verificando-se melhorias significativas na produção e/ou qualidade da madeira, com a adição desse nutriente. A baixa translocação de B dentro da planta faz necessário um fornecimento constante para atender as demandas da cultura. Sendo um nutriente pouco retido

  11. Absorção e redistribuição de boro em coqueiro-anão-verde Boron absorption and redistribution in green dwarf coconut tree

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Glaydson da Rocha Pinho

    2008-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar se ocorre redistribuição de boro em coqueiros (Cocos nucifera, quando a aplicação de ácido bórico é realizada na axila foliar ou no solo. Foram empregados os seguintes tratamentos com ácido bórico: 30 g aplicados sobre a axila da folha número 10; 60 g aplicados ao solo; e controle, sem aplicação. Foram realizadas duas aplicações de B, com um intervalo de cinco meses entre elas. A unidade experimental consistiu de duas plantas, com seis repetições, em delineamento inteiramente casualizado. Foram determinados os teores de boro nas folhas 2, 6, 10, 14 e 18, aos dois e quatro meses após a primeira aplicação de ácido bórico, e aos dois e cinco meses após a segunda aplicação. O boro se redistribuiu pela planta de coqueiro, independentemente da forma de aplicação. A elevação do teor de boro nas folhas persistiu por mais tempo, quando a aplicação de ácido bórico foi feita ao solo. As doses de ácido bórico aplicadas não causaram fitotoxidade, mesmo quando a aplicaçãofoi repetida após um curto período.The aim of this work was to verify if boron redistribution occurs among the coconut palm (Cocos nucifera fronds, when boric acid is applied on frond axils or on soil. The treatments with boric acid were: 30 g applied on the axil of frond number 10; 60 g applied to the soil; and a control without boric acid application. The B applications were repeated after five-month interval. The experimental unit consisted of two plants, with six replicates, in a randomized complete block design. Boron contents were determined in fronds number 2, 6, 10, 14 and 18, two and four months after the first boric acid application, and two and five months after the second application. Boron was redistributed in coconut plants, regardless of the application form. Increases in boron concentration in fronds persisted longer when boric acid was applied to the soil. The applied doses of boric acid hadno

  12. Analysis of Hydraulic Flood Control Structure at Putat Boro River

    OpenAIRE

    Ruzziyatno, Ruhban

    2015-01-01

    Putat Boro River is one of the main drainage systems of Surakarta city which drains into Bengawan Solo river. The primary problem when flood occur is the higher water level of Bengawan Solo than Boro River and then backwater occur and inundates Putat Boro River. The objective of the study is to obtain operational method of Putat Boro River floodgate to control both inflows and outflows not only during flood but also normal condition. It also aims to know the Putat Boro rivers floodgate op...

  13. Avaliação do boro assimilável e provas de respostas,pelo método biológico do girassol, à administração desse elemento a alguns solos cultivados com cana-de-açúcar Evaluation of assimilable boron and response tests to this element by the sunflower biological method in soils cultivated with sugar cane

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Espironelo

    1976-01-01

    Full Text Available Seis solos do município de Piracicaba foram submetidos a provas de respostas à administração de boro e avaliação desse elemento assimilável, pelo método biológico do girassol. Esses solos (Ibitiruna, Sertãozinho, Bairrinho, Pau d'Alho, Luiz de Queiroz e Guamium, mapeados ao nível de séries, se mostraram ligeiramente deficientes ou não deficientes em boro. Destacou-se o solo da série Pau d'Alho, por não ter dado reação à adição do micronutriente em apreço.Six soils of Piracicaba county. SP, Brazil, were tested and evaluated for assimilable boron by the sunflower biological method. The soils (Ibitiruna, Sertãozinho, Bairrinho, Pau d'Alho, Luiz de Queiroz and Guamium series were found to be slightly deficient or non deficient in boron according to the Colwell criteria. The Pau d'Alho series showed to be superior to the other soils because the sunflower did not show response to boron. Sugar cane field plot and pot experiments in the same soils showed no responses to B addition.

  14. Produção e qualidade de frutos de laranjeira 'Pêra' em função de fontes e doses de boro Yield and quality of 'Pera' sweet orange in effect of boron source and doses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Rodrigues Bologna

    2006-08-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou estudar o efeito de fontes e doses de boro aplicadas no solo na produção e qualidade dos frutos de laranjeira 'Pêra'. Os tratamentos constituíram-se de cinco fontes de boro (ulexita-pó, colemanita, ulexita-granulada, termofosfato magnesiano com boro e ácido bórico e quatro doses (1; 2; 3 e 4 kg ha-1, em delineamento inteiramente casualizado e esquema fatorial 5 x 4, em quatro repetições. A produção da cultura não sofreu influência das fontes e doses de boro, 11 meses após a aplicação dos tratamentos. Nos atributos tecnológicos, não foram observados efeitos significativos nos parâmetros: ratio, teor de sólidos solúveis e ºBrix. Houve redução do rendimento de suco com o aumento da dose de boro aplicada para todas as fontes testadas. O maior e o menor diâmetro de fruto foram obtidos, respectivamente, com o uso da fonte mais solúvel (ácido bórico e menos solúvel (colemanita, não havendo influência dos tratamentos na espessura de casca.The aim of this research was to evaluate effects of boron sources and doses in the yield and quality of 'Pera' sweet orange. The treatments were five boron sources (ulexite-powder, colemanite, ulexite-grain, magnesian thermo phosphate with boron and acid boric and four boron doses (1, 2, 3 and 4 kg ha-1. Experimental design was completely randomized in factorial 5 x 4, with four replications. Eleven months after treatments application crop yield was not influenced by boron source and doses. Fruit technological attributes as ratio, soluble solid contents and ºBrix were not different. Orange juice production decreased with boron dose increasing for all evaluated sources. The largest fruit diameter was found under the most soluble source (boric acid while the smallest fruit diameter was obtained under the less soluble source (colemanite. Treatment influence was not observed to fruit skin thickness.

  15. Suplementação de boro em diferentes épocas: Efeito no rendimento e na qualidade de sementes de trigo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andre Pich Brunes

    2016-04-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da aplicação de boro em diferentes épocas no rendimento e na qualidade de sementes de trigo. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial A X B, sendo o fator A: cultivares FUNDACEP Horizonte e BRS Campeiro, e fator B: época de aplicação, (Sem aplicação de boro, aplicação na semeadura, no perfilhamento, na floração e 15 dias após floração. A dose de boro aplicada, via solo, em todas as épocas foi de 10 kg ha-1 na forma de tetraborato de sódio (boráx. Após a colheita, avaliaram-se número de espigas, número de sementes por planta, rendimento de sementes por planta, peso hectolítrico e peso de mil sementes. A qualidade fisiológica das sementes produzidas foi avaliada por testes de vigor e de germinação. A adubação de trigo com 10 kg ha-1 de boro na forma de bórax nas diferentes épocas de aplicação, não prejudica rendimento, germinação e vigor das sementes das cultivares de trigo FUNDACEP Horizonte e BRS Campeiro. O peso volumétrico das sementes só teve redução na aplicação no perfilhamento para a cultivar FUNDACEP Horizonte e na floração para a cultivar BRS Campeiro.Boron supplementation at different times: Effect on yield and quality of wheat seedsAbstract: The aim of this study was to evaluate the effect of boron application at different times on the yield and seeds quality of wheat. The experimental design was a completely randomized factorial AXB, with factor A: FUNDACEP Horizonte and BRS Campeiro cultivars, and factor B: application time, (No application of boron, application at sowing, tillering, flowering and 15 days after flowering. The boron dose into the soil at all times was 10 kg ha-1 in the form of sodium tetraborate (borax. After harvest, were evaluated number of ears, number of seeds per plant, seed yield per plant, hectoliter weight and thousand seed weight. The physiological quality of seeds produced

  16. Estudo de catodos de diamante dopados com boro para utilização em propulsores iônicos.

    OpenAIRE

    José Américo Neves Gonçalves

    2001-01-01

    O presente trabalho está voltado ao estudo e desenvolvimento de catodos de filmes de diamante dopados com boro destinados à geração de elétrons primários e neutralizadores para o propulsor iônico (PION), ora em desenvolvimento pelo Laboratório Associado de Plasmas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Este protótipo está dimensionado para produzir 1 mN de empuxo, utilizando argônio ou xenônio como propelente. Tal propulsor poderá ser utilizado na descarga elétrica ou no control...

  17. Rendimento e qualidade de sementes de arroz irrigado em função da adubação com boro

    OpenAIRE

    LEITE, Ricardo Figueiredo Cavalheiro

    2008-01-01

    O boro é um nutriente essencial para as plantas. Suas funções estão envolvidas com o crescimento celular e o desenvolvimento da flor. Na floração, a deficiência do micronutriente reduz a macho-fertilidade em função do prejuízo à microesporogênese e ao crescimento do tubo polínico. Neste trabalho, objetivou-se definir as fases de maior sensibilidade da cultura, com o intuito de identificar épocas apropriadas para a aplicação de tratamentos corretivos de boro. A aplicação do boro, na forma de b...

  18. Rendimento e qualidade de sementes de arroz irrigado em função da adubação com boro

    OpenAIRE

    Leite, Ricardo Figueiredo Cavalheiro; Schuch, Luis Osmar Braga; Amaral, Ademir dos Santos; Tavares, Lizandro Ciciliano

    2011-01-01

    O boro é um nutriente essencial para as plantas. Suas funções estão envolvidas com o crescimento celular e o desenvolvimento da flor. Na fase reprodutiva, a deficiência do micronutriente reduz a macho-fertilidade em função do prejuízo à microesporogênese e ao crescimento posterior do tubo polínico. Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de boro, sobre as características agronômicas e a qualidade fisiológica das sementes de arroz produzidas. A aplicação do boro, na forma de...

  19. Produção de repolho em função da aplicação de boro associada a adubo orgânico Cabbage yield in relation to boron fertilization associated with organic manure

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Guilherme Bergamin

    2005-06-01

    Full Text Available Em condições de campo, em solo argiloso com teor médio de boro, foram avaliados os efeitos da adubação com boro, associada à adubação orgânica, na produção de repolho híbrido Kenzan. Cinco doses de B (0; 2,0; 4,0; 6,0 e 8,0 kg ha-1 foram associadas, em esquema fatorial, à ausência e presença (0 e 10 t ha-1 de vermicomposto de esterco bovino. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repetições e as adubações orgânica e química foram feitas no sulco, por ocasião do transplantio das mudas. O ponto de colheita foi atingido 75 a 90 dias após o transplantio. A adubação com vermicomposto de esterco de bovino elevou a produção em 3,8 t ha-1, o diâmetro das cabeças de repolho em 0,8 cm e o peso das cabeças em 170 g. A produção de repolho aumentou linearmente com a adubação com B e variou de 52,94 t ha-1 a 65,95 t ha-1. A relação entre B no solo e produção foi linear e positiva.A field experiment was carried out in a clayey soil to determine the effects of boron fertilizer and organic manure on 'Kenzan' cabbage yield. The treatments consisted of 0; 2,0; 4,0; 6,0 and 8,0 kg ha-1 B and presence (10 t ha-1 and absence of cattle manure vermicompost (CMV arranged in a factorial scheme (5x2. The experimental design was of randomized blocks, with three replications. The organic and chemical fertilization was applied in bands, before the seedlings transplant, and the harvest was done 75 to 90 days after transplant. The CMV application increased the cabbage yield in 3.8 t ha-1, the diameter in 0.8 cm and the cabbage weight in 170 g. The cabbage yield increased linearly with boron application and ranged from 52.94 t ha-1 to 65.95 t ha-1. The relation between soil B and yield was linear and positive.

  20. Densidade do solo no ambiente solo-semente e velocidade de emergência em sistema de semeadura de milho

    OpenAIRE

    Reis,Elton Fialho dos; Schaefer,Carlos Ernesto G.R.; Fernandes,Haroldo Carlos; Naime,João de Mendonça; Araújo,Eduardo Fontes

    2006-01-01

    O microambiente próximo à semente é influenciado diretamente pelo tipo de mecanismo de abertura do sulco e elemento compactador do solo. Nesse sentido, este trabalho objetivou avaliar a densidade do solo na região da semente, em sistema plantio direto, utilizando a tomografia computadorizada. O experimento foi montado em esquema de parcelas subsubdivididas, em que as parcelas foram constituídas de três teores de água do solo (0,22; 0,28; e 0,34 kg kg-1); as subparcelas, de dois mecanismos de ...

  1. Persistência do fungicida triadimenol em solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. Albuquerque

    1998-06-01

    Full Text Available O grau de persistência do fungicida triadimenol, que é utilizado intensamente no controle da ferrugem do cafeeiro, foi avaliado em amostras de duas classes de solo, Podzólico Vermelho-Amarelo câmbico (PV e Latossolo Vermelho-Amarelo variação Una (LU da região de Viçosa, MG, com e sem adição de composto orgânico. Utilizou-se a técnica de bioautografia em camada fina. O triadimenol foi adicionado a 375 mg kg-1 de ingrediente ativo de solo, e as extrações dos resíduos fungitóxicos foram feitas 35, 70 e 115 dias após a incorporação aos solos, mantendo-se os tratamentos em condições de laboratório. A adição de composto orgânico não provocou variação significativa na degradação de triadimenol nos solos. Houve diferenças entre os solos na cinética de degradação do triadimenol, tendo no Podzólico ocorrido maiores taxas de degradação, possivelmente pela maior fertilidade natural, retenção de água e propriedades físicas e condições hídricas mais favoráveis à degradação microbiana. Nas condições do presente estudo e pela taxa de degradação verificada, o triadimenol pode ser considerado moderadamente persistente.

  2. Efeitos do boro em algodoeiro cultivado em condições de casa de vegetação Effects of boron application to cotton plant in a greenhouse study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson M. da Silva

    1979-01-01

    Full Text Available Visando obter subsídios para a instalação de futuros ensaios de campo com adubação boratada do algodoeiro, foi conduzido estudo em casa de vegetação, utilizando-se solo comprovadamente carente em boro para essa cultura. Foram usadas doses de 0, 133, 266 e 532mg de bórax por vaso contendo 5,0kg de terra. Em vasos extras, estudaram-se níveis mais elevados do produto. O efeito de boro sobre a altura média das plantas, peso de capulho, peso de sementes e comprimento de fibra foi significativo estatisticamente e de natureza quadrática. A concentração de B na matéria seca da parte aérea da planta ou da folha cresceu em proporção à dose utilizada. No caso da análise de folhas de plantas carentes, a concentração variou de 10 a 39ppm, com média de 19pmm de B, enquanto em plantas com grave sintoma de toxicidade foi obtido índice superior a 590ppm de B. Em plantas com carência de boro foi observado um ou vários dos seguintes sintomas: paralisação de crescimento, superbrotamento, intumescimento de nós com escurecimento de tecido, deformações do limbo e do pecíolo de cotilédones e de folhas verdadeiras, anéis concêntricos com necroses correspondentes da medula de pecíolos foliares e deformações das flores. Como sintoma de toxicidade, observou-se clorose marginal e internerval do cotilédone e/ou da folha verdadeira, que evoluiu ou não para necrose do tecido, permanecendo as nervuras com coloração verde normal.A greenhouse experiment of borax application to cotton cultivated on a boron deficient soil, was conducted in order to obtain data for development of future field trials. Borax was applied to pot containing 5,0kg of soil in amounts of 0, 133, 266 e 532mg. Additional treatments with higher levels of boron was applied to extra pots. The influence of boron on plant height, weight of bolls and seeds and on fiber lenght was statistically significant and of quadratic nature. The content of boron, determined either in

  3. Resposta de cultivares de algodão ao boro em solução nutritiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosolem Ciro Antonio

    1999-01-01

    Full Text Available Em lavouras de algodão (Gossypium hirsutum que receberam calagem, é comum o aparecimento de deficiência de B. Há recomendações de adubação boratada, baseadas nas respostas da variedade IAC 20, que não é mais cultivada. O objetivo do trabalho foi avaliar a resposta dos cultivares CNPA-ITA 90 (Deltapine e IAC 22 ao B, comparadas à IAC 20. Plantas de algodão foram cultivadas em solução nutritiva contendo 0, 7, 14, 21 e 28 mmol L-1 de B. As plantas do tratamento sem boro foram descartadas por não apresentarem crescimento suficiente para análise. Foi analisada a produção de matéria seca e absorção de B. As três variedades apresentaram resposta semelhante aos níveis de B da solução, tanto em termos de produção de matéria seca, como em número de estruturas reprodutivas e teor de B nos tecidos. O nível de 21 mmol L-1 de B foi suficiente para a máxima produtividade para as três variedades, correspondendo a teores foliares (3as e 4as folhas a partir do ápice, na época do florescimento de 16 mg kg-1.

  4. Adubos foliares quelatizados e sais na absorção de boro, manganês e zinco em laranjeira ?Pera?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Carlos Henrique dos

    1999-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo comparar a eficiência de formulações de adubos foliares quelatizados na absorção dos micronutrientes boro, manganês e zinco, com a aplicação convencional de sais em plantas de laranjeira ?Pera? (Citrus sinensis (L. Osbeck. Para tanto foi conduzido experimento nas dependências do Departamento de Ciência do Solo da Faculdade de Ciências Agronômicas UNESP/Campus de Botucatu, Estado de São Paulo. Utilizaram-se plantas de laranjeira ?Pera? (Citrus sinensis (L. Osbeck enxertadas sobre limoeiro ?Cravo? (Citrus limonia Osbeck, com 2 anos de idade, plantadas em caixas de 250 litros. Os adubos foliares utilizados foram: Grex Citros na dose de 1,0 mL L-1; Copas citros 2,0 mL L-1; Plantin Citros 1,0 mL L-1; Citrolino 2,0 mL L-1; Fertamin Citros 1,75 mL L-1; Yogen Citros 2,0 mL L-1; MS-2 1,0 mL L-1; Sais, Sais + 1,0 g L-1 de KCl e Sais substituindo o ZnSO4 pelo ZnCl2. O volume de aplicação, foi de 1 litro de calda planta-1. Em todos os tratamentos adicionou-se o espalhante adesivo do grupo químico dos alquifenoletoxilados a 0,03%. A amostragem das folhas foi realizada 30 dias após a aplicação dos tratamentos, coletando-se a 3a ou 4a folha de ramos vegetativos no início do florescimento, dos 4 quadrantes, localizados na região mediana da planta, totalizando 10 folhas por planta. A aplicação foliar de micronutrientes, favoreceu a absorção e resultou no aumento do teor foliar de Mn e Zn mas não de B, sendo que a presença de cloreto aumentou os teores de Zn na folhas de laranjeira ?Pera?, proporcionando maior absorção do que o sulfato e sulfato adicionado ao cloreto de potássio. Os resultados mostram, também, que os produtos quelatizados Yogen e MS-2, para as condições deste estudo, não foram eficientes como fontes fornecedoras de Mn.

  5. PROCESSOS HIDRO-EROSIVOS EM SOLOS DEGRADADOS EM RELEVO DE BAIXA DECLIVIDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo dos Santos Pereira

    2016-06-01

    Full Text Available Muitas pesquisas conferem maior peso na alta declividade do terreno como fator decisivo no processo hidro-erosivo. Porém, foi avaliado que baixas declividades (~4º já são suficientes para se iniciar o escoamento superficial. A pesquisa teve como objetivo fazer uma caracterização físico-química de solo degradado, monitorar o seu potencial matricial e o processo de formação de escoamento em uma sub-bacia do rio Maranduba - Ubatuba/SP, em encosta com baixa declividade. O trabalho se baseou na instalação de parcelas de erosão em solo sem cobertura vegetal para analisar as perdas de solo e água, bem como as propriedades físicas e químicas do solo (Porosidade, textura, densidade, pH e matéria orgânica. As parcelas se localizam na parte intermediária de um morrote com encosta retilínea, esse sofreu alteração em sua morfologia original por meio de um corte de encosta (UTM: 0474211/7395934.  O solo do local é um Latossolo que apresenta o horizonte B exposto. Cerca de 6,9 t/ha de solo foram perdidos durante o monitoramento (01 agosto 2013-20 dezembro 2014 e mais de 5.354,7 m3 de água foram escoados superficialmente. Salienta-se a fragilidade dos ambientes degradados de baixa declividade frente às altas taxas de perdas de solo e água, que, no período de 17 meses de monitoramento e com chuvas dentro da normalidade para o município, totalizaram 63 dias com ocorrências de escoamento, em solos que tendem à saturação por períodos prolongados. Portanto, o transporte das partículas de solo superficialmente está atrelado à baixa drenagem do terreno e à perda da resistência do solo, corroborando em períodos longos de umidade antecedente, sendo este um dos fatores decisivos para se iniciar o escoamento superficial.

  6. Doses de boro no desenvolvimento de copo-de-leite em solução nutritiva Boron doses in the development of calla lily in nutrient solution

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roseane Rodrigues de Souza

    2010-12-01

    Full Text Available O boro desempenha funções importantes em processos biológicos das plantas, como a síntese e estruturação da parede celular, lignificação, metabolismo e transporte de carboidratos, além de participar da divisão e diferenciação celular em tecidos meristemáticos. No entanto, as necessidades nutricionais para o cultivo de copo-de-leite, especialmente de boro, ainda são pouco conhecidas. Assim, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes doses de boro no crescimento e desenvolvimento, teor e acúmulo desse nutriente em plantas de copo-de-leite cultivadas em solução nutritiva. Mudas micropropagadas foram submetidas aos tratamentos com as doses de 0,05; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 2,00 mg L-1 de boro em solução nutritiva de Hoagland & Arnon diluída a 30% de sua força iônica. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com dez repetições. As plantas não manifestaram sintomas visuais de deficiência ou de toxidez de boro, no entanto, o sistema radicular das plantas cultivadas na dose de 0,05 mg L-1 de boro apresentou-se com o crescimento reduzido. A melhor dose para o desenvolvimento adequado de plantas de copo-de-leite em solução nutritiva é de 1,20 mg L-1 de boro.Boron has essential functions in plant biological processes such as cell wall synthesis and structuralization, lignification, carbohydrates metabolism and transport. This element also acts in cell division and differentiation in meristematic tissues. However, the nutritional needs for calla lily cultivation, and especially boron needs, are still poorly known. Thus, the objective of this work was to evaluate the effects of different boron doses on growth and development, content and accumulation of boron in calla lily plants grown in a nutrient solution. Micropropagated seedlings were submitted to treatments with the doses 0.05; 0.25; 0.50; 0.75; 1.00 and 2.00 mg L-1 boron in Hoagland & Arnon nutrient solution diluted to 30% of its ionic force. The

  7. Efeito da adubação com boro e esterco bovino sobre a produtividade da figueira e as propriedades químicas do solo Effect of boron and cattle manure fertilization on yield productivity fig tree and on soil properties

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Santos Caetano

    2006-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da adubação da cultura da figueira com boro e esterco bovino sobre a produtividade de figos verdes e as propriedades químicas do solo. Os tratamentos foram cinco doses de ácido bórico (0, 20, 40, 60 e 100g planta-1 combinadas com dois níveis de adubação de esterco (sem esterco e 10kg de esterco/planta. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas e quatro repetições. A adubação com ácido bórico não afetou a produtividade de figos, enquanto que o esterco bovino aumentou-a. Os teores de fósforo e potássio no solo aumentaram significativamente e o teor de alumínio diminuiu significativamente em função da adubação com esterco bovino. O teor de B no solo, extraído pelo método da água quente, aumentou linearmente em função das doses de ácido bórico.The objective of the present work was evaluate the effect of fig tree orchard fertilization with boron and cattle manure on the green fig yield and soil chemical properties. The treatments were five boric acid levels (0, 20, 40, 60 and 100g plant-1 combined with two cattle manure fertilization levels (without cattle manure and 10kg of cattle manure/plant. The experimental design was that of randomized blocks in a split-plot scheme and four repetitions. The boric acid fertilization did not affect the fig productivity whereas the cattle manure one increased it. The P and K content increased significantly and the Al content decreased significantly in function of the cattle manure fertilization. The B soil content, extracted by hot water methodology increased linearly in function of the boric acid levels.

  8. Diversidade de Trichocomaceae isoladas de solo em dois ecossistemas florestais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Elias Fraga

    2010-08-01

    Full Text Available A família Trichocomaceae inclui os gêneros de fungos anamórficos, Aspergillus e Penicillium. Muitos membros dessa família são importantes causadores de degradação de alimentos, biodeterioração, patogênicos a animais, e algumas espécies são usadas em biotecnologia e podem produzir micotoxinas. O presente trabalho foi realizado em duas áreas, durante o período de um ano (2006-2007 com coletas em área de plantio de pinus (Pinus elliotti e Corymbia (Corymbia citriodora com idade aproximada de 20 anos, no campus da UFRRJ, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil. Na área de cada cobertura vegetal foi estabelecida uma parcela de aproximadamente 500 m2, onde foram coletadas aleatoriamente dez amostras simples, em intervalos regulares de 70 dias. No momento da coleta foram medidas as temperaturas do solo com geotermômetro digital. Durante o de estudo também foi quantificada a precipitação pluviométrica e a temperatura ambiente. No período, foi verificada uma pequena variação da temperatura do solo nas áreas, valores de 21,93 a 27,69oC na área de pinus e 22,22 a 26,58oC na área de Corymbia. A variação mensal da umidade relativa mínima foi de 27,2/20,5 e máxima de 82,6/63,2 e os maiores valores de precipitação observados foi no mês de janeiro (22 dias. Em relação à micobiota, foi observada uma variação crescente da unidade formadora de colônia (UFC nos período de maior temperatura e umidade relativa com índices variando de 12,8/58,2 e 20,3/83,3x103 para Corymbia e pinus respectivamente. O número total de fungos foi de 190 isolados, pertencentes a cinco gêneros e 54 espécies diferente, sendo 32 Penicillium spp., 19 Aspergillus spp., um Eupenicillium javanicu, um Eurotium chevalieri e um Sclerocleista ornata. A espécie mais abundante foi Penicillium decumbens, sendo encontrada em todas as coletas. Os períodos de maior concentração de UFC estão correlacionados com os períodos de chuva, umidade relativa e

  9. Erosão em entressulcos sob diferentes tipos de preparo e manejo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassol Elemar Antonino

    2003-01-01

    Full Text Available A validação de uso de modelos de predição da erosão hídrica do solo baseados em processos físicos fundamentais necessita de informações sobre os valores de seus parâmetros obtidos em condições locais.Este trabalho foi realizado no campo em um Argissolo Vermelho distrófico típico, com o objetivo de avaliar a erosão hídrica em entressulcos sem preparo do solo (com resíduos culturais na superfície, com preparo convencional com solo descoberto (sem resíduos e com preparo convencional com resíduos incorporados. O esquema experimental baseou-se nos estudos realizados para a determinação da erodibilidade do solo em relação ao modelo WEPP (Water Erosion Prediction Project. Foi aplicada chuva simulada com intensidade planejada de 60 mm h-1, durante 70 minutos, e coletadas amostras da enxurrada das parcelas em entressulcos. A perda de solo em entressulcos foi significativamente menor no tratamento sem preparo do solo em relação aos tratamentos submetidos ao preparo convencional. As taxas de erosão e perda de água em entressulcos foram crescentes com o tempo de chuva até atingir um ponto de valor máximo, após o qual decresceram, com exceção do tratamento sem preparo do solo, cujas taxas foram crescentes em todo o período de aplicação da chuva. O valor da erodibilidade do solo em entressulcos é de Ki = 2,83x10(6 kg s m-4.

  10. Crescimento de mogno-brasileiro e resistência a Hypsipyla grandella em função do cálcio e do boro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Lopes da Silva Junior

    2014-12-01

    Full Text Available O mogno-brasileiro possui alto valor madeireiro, mas seu cultivo comercial é inviabilizado pelo ataque da broca Hypsipyla grandella. Objetivou-se avaliar o efeito de doses de cálcio e boro nas variáveis de crescimento do mogno e na resistência ao ataque da broca H. grandella . O delineamento utilizado foi o fatorial 4² em blocos ao acaso com quatro doses de cálcio (0, 100, 200 e 400 mg L-1 e quatro de boro (0; 0,5; 2; e 4 mg L-1 e três repetições com três plantas por repetição. Avaliaram-se: altura, diâmetro, massa seca aérea e de raiz, relação parte aérea:raiz, taxa de infestação e comprimento da galeria construída pela broca. Os dados foram submetidos ao teste de Tukey a 5% e à análise de correlação e regressão. Não houve interação estatística entre os nutrientes, nem significância de altura e diâmetro do coleto. A massa de raízes e da parte aérea apresentou os maiores resultados na omissão dos elementos, verificando as menores relações parte aérea:raiz nas doses de 100 mg L-1 em função do cálcio e 0,5 mg L-1 em função do boro. A dose de 100 mg Ca L-1 proporcionou a menor taxa de infestação de H. grandella. Para a resistência do mogno ao desenvolvimento da galeria, tanto o cálcio quanto o boro apresentaram significância, sendo os menores comprimentos verificados nas doses de 100 mg L-1 Ca e 0,5 mg L-1 B, respectivamente. Esses nutrientes influenciam a resistência do mogno ao ataque da broca e evidenciam a necessidade de estudos em condições de campo.

  11. Mobilidade de arsenio e metais pesados em solos do Vale do Ribeira, Iporanga, S.P

    OpenAIRE

    Daniela Mary Yamashita

    2004-01-01

    Resumo: O trabalho teve como objetivo analisar a mobilidade de arsênio e metais pesados em solos da Faixa Piririca, Vale do Ribeira, S.P. A área escolhida exibe solos ricos em As e metais pesados, derivados do intemperismo de rochas metassedimentares e metabásicas hospedeiras de mineralizações de ouro e sulfetos. As amostras de solo foram coletadas ao longo de dois transectos às zonas mineralizadas, com profundidade de até 30 cm. Em uma localidade foi realizada amostragem ao lo...

  12. Diagnóstico e desenvolvimento inicial de mamoneira em solos de áreas degradadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2015-08-01

    Full Text Available A degradação do solo no semiárido também ocorre pelo desmatamento da Caatinga e pela remoção da camada superficial do solo, cujo destino é a indústria de cerâmica ou olarias. O presente trabalho objetivou avaliar o crescimento da mamoneira em solos degradados. Os tratamentos consistiram de solos degradados: subsolo degradado-1, subsolo degradado-2 e área desmatada; quatro doses de fósforo (0, 100, 200, 300 mgkg-1 P, com três repetições. As testemunhas absolutas, sem fósforo, corresponderam ao solo salinizado não corrigido, solo-1 não degradado, solo-2 não degradado e solo de caatinga não desmatada. O solo degradado por sais, o subsolo-2, recebeu correção com gesso agrícola, foi incubado e lavado. Os resultados demonstraram que a análise do subsolo degradado revelou alta salinidade e baixos teores de fósforo e matéria orgânica, o subsolo degradado salino exige correção com gesso para tornar possível o cultivo da mamona em caatinga desmatada e subsolos degradados. As doses de fósforo não promoveram desenvolvimento significativo em mudas de mamona.

  13. Carbono do solo e atributos de fertilidade em resposta à calagem superficial em plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Clever Briedis

    2012-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de calagem superficial sobre o conteúdo de carbono orgânico total (COT do solo, em plantio direto, e identificar a relação entre esse conteúdo e outros atributos de fertilidade. O experimento foi realizado em Latossolo Vermelho de textura média, em Ponta Grossa, PR. Os tratamentos consistiram da aplicação de calcário dolomítico na superfície do solo, nas doses 0 e 6 Mg ha-1, em 1993, e da reaplicação de 0 e 3 Mg ha-1, em 2000, nas parcelas com e sem calcário. O solo foi coletado em 2008, e foram analisados os conteúdos de COT e os atributos de fertilidade. A calagem produziu aumento do conteúdo de COT e da saturação por bases, e diminuição da saturação por alumínio. O conteúdo de COT apresentou relação linear com a capacidade de troca catiônica (CTC efetiva e correlação com os teores de P e K. A CTC potencial apresentou correlação com o COT, e a CTC efetiva com o pH. A calagem superficial em sistema plantio direto, em longo período, proporciona aumento no conteúdo de COT e de N total.

  14. Efeito de déficit hídrico transiente e doses crescentes de boro sobre a fertilidade de gemas de videira cv. Itália

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorbas Sampaio de Melo

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito de diferentes tensões de água no solo e diferentes concentrações de boro, na fertilidade de gemas de videira cv. Itália, manejada sob o sistema de poda mista. O experimento foi conduzido em pomar comercial, no município de Petrolina-PE. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x3: três tensões indicativas para a recarga hídrica por irrigação (-30 kPa, -50 kPa e -70 kPa e três concentrações de boro (3%, 6% e 9%, com três repetições e duas plantas por parcela. A testemunha não recebeu aplicações com boro e o solo foi mantido com umidade na capacidade de campo (-10 kPa. As variáveis analisadas foram fertilidade de gemas, índice relativo de clorofila (IRC e área foliar. Os dados foram interpretados por meio de análise de variância e regressão, e os modelos escolhidos com base na significância do coeficiente de regressão (R² > 0,70. Verificou-se que a fertilidade de gemas mostrou efeito linear negativo em função do aumento da tensão de água no solo, diminuindo de 31,88% (-30 kPa, para 23,66% (-70 kPa. Contudo, a fertilidade de gemas nas videiras submetidas a uma restrição hídrica de -30 kPa foi superior à tensão de -10 kPa; o boro a 3% propiciou a maior taxa de fertilidade de gemas em comparação aos demais tratamentos com boro; a restrição hídrica no solo a -30 kPa ocasionou economia no volume de água aplicada da ordem de 35,4% em comparação ao manejo com -10 kPa; o índice relativo de clorofila aumentou linearmente com o acréscimo das tensões de água no solo e houve maior expansão da área foliar em plantas submetidas ao manejo da irrigação na capacidade de campo.

  15. Albedo do Solo abaixo do Dossel em Área de Vochysia divergens Pohl no Norte do Pantanal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonathan Willian Zangeski Novais

    2016-06-01

    Full Text Available Resumo Este artigo analisou o albedo do solosolo abaixo do dossel considerando duas etapas no ciclo hidrológico, a primeira em que o solo estava inundado e a segunda em que o solo estava coberto por serrapilheira acumulada sobre o solo em área inundável de Vochysia divergens Pohl no Pantanal, Brasil. Os valores de αsolo foram calculados pela relação entre as radiação solar global refletida e a incidente medidas abaixo do dossel por meio de estações meteorológicas. A inundação da área ocorreu durante fevereiro a junho e posteriormente houve um aumento gradativo de serrapilheira acumulada sobre o solo. O αsolo variou sazonalmente com maiores valores durante o período seco em que houve um aumento de aproximadamente 42% do αsolo em relação ao período com inundação. Análises de correlação cruzada entre o αsolo e precipitação, umidade do solo e a serrapilheira acumulada sobre o solo explicam em parte a influência direta e/ou indireta sobre o αsolo. A precipitação não influenciou diretamente sobre o αsolo do mês atual, enquanto que a umidade do solo influenciou diretamente sobre o αsolo no mês atual e nos seguintes meses, e a serrapilheira acumulada do solo correlacionou-se positivamente com o αsolo indicando influência direta no mês atual.

  16. Yield and fruit of papaya ‘sunrise solo’ as function of doses of nitrogen and boron/ Produtividade e qualidade de frutos de mamoeiro ‘sunrise solo’ em função de doses de nitrogênio e boro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raunira da Costa Araújo

    Full Text Available The study aimed to evaluate the yield and fruit quality of papaya ‘Sunrise Solo’ as function of nitrogen and boron fertilization. The experiment had a randomized block design with four replications, two plants per plot with a single border. To make up the treatments, we used the experimental array Plan Puebla III, which set the rates for nitrogen (0.0 to 111.2 - 200 – 288.9 - 400 g plant-1, and B (0.0 – 0.83 - 1.5 – 2.16 - 3.0 g plant-1, in a total of ten treatments. The addition of nitrogen increased the yield, average fruit weight and number of fruits per plant. The nitrogen and boron increased the diameter and length of the fruit, amount of seeds and content of soluble solids. The pH of the pulp decreased linearly with increasing doses of nitrogen and boron. It was observed a significant effect of N rates on the level of vitamin C.O trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e a qualidade de frutos de mamoeiro ‘Sunrise Solo’ em função de doses de nitrogênio e boro. O trabalho foi desenvolvido na fazenda Chan de Jardim no Centro de Ciências Agrárias–UFPB no Município de Areia, em um solo de textura areno-argilosa classificado como Neossolo Regolítico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições e duas plantas úteis por parcela com bordadura simples. Para a composição dos tratamentos, utilizou-se a matriz experimental Plan Puebla III, onde se definiram as doses para nitrogênio (0,0 - 111,2 – 200 – 288,9 – 400 g planta-1, e para boro (0,0 - 0,83 - 1,5 - 2,16 - 3,0 g planta-1, totalizando dez tratamentos. A adição de nitrogênio aumentou a produtividade, o peso médio dos frutos e o número de frutos por planta. As doses de nitrogênio e boro aumentaram o diâmetro e comprimento do fruto, rendimento de semente e teor de sólidos solúveis totais. O pH da polpa decresceu linearmente com o aumento das doses de N e de boro. Houve efeito significativo das

  17. Qualidade ambiental em solo com diferentes ciclos de cultivo do meloeiro irrigado

    OpenAIRE

    Maia,Celsemy Eleutério

    2013-01-01

    O solo é um importante componente do ecossistema terrestre, porque preserva reservas de nutrientes e dá suporte a processos biológicos. Para a preservação desse recurso, é necessário em primeiro lugar saber as condições e os processos que acontecem no solo, obtidos por meio de índices que determinam a sua qualidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade ambiental em Latossolo Vermelho cultivado com diferentes ciclos da cultura do melão. Foram coletadas amostras de solos de nove ár...

  18. Produtividade e desenvolvimento de cultivares de repolho em função de doses de boro Yield of cabbage cultivars depending on levels of boron

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katiane S Silva

    2012-09-01

    Full Text Available A cultura do repolho é cultivada em áreas pequenas e necessita de muita mão de obra, sendo na maior parte conduzida pela agricultura familiar. Avaliou-se o efeito de doses de boro em diferentes cultivares de repolho na região oeste de Mato Grosso do Sul. O experimento foi conduzido na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados no esquema fatorial 2 x 5, sendo duas cultivares e cinco doses de boro, com quatro repetições. Foram avaliadas as características: teores de boro foliar, área da planta, altura de planta, número de folhas externas, massa fresca de folhas externas, massa seca de folhas externas, altura da cabeça, diâmetro da cabeça, número de folhas internas, massa fresca de folhas internas, massa seca de folhas externas, classificação do peso da cabeça, compacidade e produção por hectare. A cultivar 60 Dias apresentou maiores valores nos componentes de produção e conseqüentemente maior produtividade. A aplicação de boro influencia linearmente nos teor de boro foliar, diâmetro de cabeça e número de folha interna. As doses de boro interferem na produtividade de repolho, sendo que na cultivar 60 Dias a dose máxima é de 7,2 kg ha-1 e para cultivar Chato de Quintal a dose mínima deve ser de 1,06 kg ha-1.The cabbage crop is cultivated in small areas and requires much labor, this crop being mostly driven by family farmers. This study aimed to evaluate the effect of boron levels in different cultivars of cabbage in western Mato Grosso do Sul state, Brazil. The experiment was carried out at the Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Unidade Universitária de Aquidauana. The experimental design was randomized blocks in factorial scheme 2 x 5, two cultivars and five doses of boron, with four replications. We evaluated the following features: boron foliar plant area, plant height, number of outer leaves, fresh

  19. MICROJARDIM CLONAL DE MIRTILEIRO EM SISTEMAS DE CULTIVO SEM SOLO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LUANA BORGES AFFONSO

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO O uso de microjardins clonais em sistemas de cultivo sem solo para fornecimento de material propagativo na cultura do mirtileiro (Vaccinium spp. pode trazer grandes avanços na produção de mudas dessa cultura. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a produção de microestacas e a sobrevivência de plantas matrizes de mirtileiro micropropagadas das cultivares Woodard e Aliceblue, em dois sistemas de cultivo. Os sistemas de cultivo utilizados foram o semi-hidropônico (floreiras com substrato de areia e fornecimento diário de solução nutritiva e o com substrato organomineral (sacos plásticos com substrato comercial e fornecimento de solução nutritiva a cada 15 dias. Após o período de 90 dias do plantio das plantas matrizes, foram iniciadas as coletas de microestacas, as quais foram realizadas a cada 60 dias, com exceção do período de inverno, em que as coletas foram realizadas a cada 90 dias, totalizando ao final do experimento onze coletas. O experimento foi constituído como um fatorial 2 x 2 x 11 (sistemas x cultivares x coletas, em delineamento inteiramente casualizado, com três repetições de 12 plantas cada. Foram avaliadas a produção total de microestacas ao final das onze coletas, o número de microestacas produzidas por planta matriz a cada coleta, a sobrevivência das plantas matrizes ao final das onze coletas e a sobrevivência das plantas matrizes a cada coleta. Os resultados indicaram que o sistema semi-hidropônico foi superior ao substrato organomineral para a produção de microestacas de ambas as cultivares. A maior produtividade total de microestacas ocorreu no sistema semi-hidropônico combinado com a cultivar Aliceblue, com produção total média de 237,67 microestacas. Porém, nesta condição, houve menor sobrevivência das plantas matrizes. A produção de microestacas apresentou alternância ao longo das coletas. A sobrevivência das plantas matrizes diminuiu após sucessivas coletas. Após as

  20. Sobrevivência de Bradyrhizobium e Azorhizobium em misturas de solo contaminadas com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Matsuda

    2002-03-01

    Full Text Available Estudos foram realizados no Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras (MG, no período de novembro/1999 a janeiro/2000, com o objetivo de avaliar a sobrevivência de estirpe e isolados de rizóbio em solo contaminado com metais pesados e verificar a relação entre tolerância do rizóbio a metais pesados em meio de cultura e sua sobrevivência em solo contaminado. Foram utilizados os dois microrganismos mais tolerantes [BR-4406 (estirpe recomendada para Enterolobium spp. e UFLA-01-457 (isolado de solo contaminado, ambos pertencentes ao gênero Bradyrhizobium ] e os dois mais sensíveis (UFLA-01-486 e UFLA-01-510, isolados de solo contaminado, pertencentes ao gênero Azorhizobium , todos selecionados de um grupo de 60estirpes/isolados em estudos prévios deste laboratório, em meio de cultura suplementado com metais pesados.Empregaram-se misturas de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE que continham 0, 15 e 45% (v/v de um Latossolo Vermelho-Amarelo plíntico contaminado com Zn, Cd, Pb e Cu. As misturas de solo contaminado foram inoculadas com 20mL de cultura em YM na fase log das estirpes mencionadas, as quais foram testadas separadamente com três repetições. A avaliação do número de células viáveis no solo, realizada aos 0, 7, 14, 21 e 28dias de incubação, pelo método das diluições sucessivas e inoculação em placas com meio YMA, revelou comportamento diferenciado entre os organismos estudados. O número médio de células que sobreviveram ao final de 28 dias de incubação foi de (em UFCg-1de solo: 10(10,36, 10(10,29 e 10(9,70, para Bradyrhizobium, e 10(9,36, 10(7,54 e 0, para Azorhizobium em misturas de 0, 15 e 45% de solo contaminado, respectivamente. Portanto, houve maior sobrevivência de Bradyrhizobium do que de Azorhizobium , indicando maior tolerância a metais pesados do primeiro gênero.Como Bradyrhizobium foi também mais tolerante "in vitro", os resultados indicam haver relação entre o

  1. Mistura em tanque de boro e herbicidas em semeadura convencional de girassol Tank-mix of boron and herbicides on conventional sunflower sowing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. Castro

    2002-04-01

    Full Text Available Os objetivos deste experimento foi avaliar a resposta do girassol às aplicações de boro (B, isoladas ou em mistura com herbicidas, e o controle de plantas daninhas por meio de experimento conduzido na Embrapa Soja, Londrina-PR. Os tratamentos foram acetochlor (1,92 kg i.a. ha-1, oxyfluorfen (0,36 kg i.a. ha-1, sulfentrazone (0,35 kg i.a.ha-1, trifluralin (1,80 kg i.a. ha-1 e as testemunhas capinada e sem capina. Todos os tratamentos foram aplicados, isoladamente ou em mistura, com 2 kg ha-1 de B (Na2B4O7.10H2 0 - bórax e H3BO3 - ácido bórico. O tratamento mais eficiente foi acetochlor mais ácido bórico; essa combinação resultou em solução mais homogênea da calda de pulverização, quando comparada com os herbicidas mais bórax. O herbicida acetochlor aplicado isoladamente ou em mistura com as duas fontes de B foi eficiente no controle da trapoeraba (Commelina benghalensis, do picão-preto (Bidens pilosa e da corda-de-viola (Ipomoea grandifolia. Os herbicidas oxyfluorfen e sulfentrazone, aplicados isoladamente ou em misturas com as duas fontes de B, foram eficientes no controle do amendoim-bravo (Euphorbia heterophylla e da corda-de-viola, respectivamente. É viável a aplicação de boro juntamente com os herbicidas testados nesta pesquisa em mistura em tanque, evitando a deficiência desse micronutriente e controlando as plantas daninhas na cultura do girassol.The objectives of this study were to determine the response of sunflower to application of boron (B fertilizer and herbicides, alone or in combination, and to determine its weed control. A field experiment was carried out at Embrapa Soja, Londrina, Parana, Brazil. The treatments were acetochlor (1.92 kg a.i. ha-1, oxyfluorfen (0.36 kg a.i. ha-1, sulfentrazone (0.35 kg a.i. ha-1, trifluralin (1.80 kg a.i. ha-1 and two controls (with and without hoeing. All treatments were applied alone or in combination with 2 kg ha-1 of B (Na2B4O7.10H2 0 - borax and H3BO3 - boric acid

  2. Disponibilidade de água às plantas de milho em solos de diferentes texturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carlesso

    1999-03-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi avaliar diferenças na quantidade total de água armazenada no solo, na capacidade de armazenamento de água disponível às plantas e no consumo de água de plantas de milho cultivadas em solos de diferentes texturas. O experimento foi instalado em área do Departamento de Engenharia Rural da Universidade Federal de Santa Maria no ano agrícola 1995/1996. Utilizou-se um conjunto de 12 lisímetros de drenagem com dimensões de 156 cm de comprimento, 100 cm de largura e 80 cm de profundidade, protegidos das precipitações por uma cobertura móvel. Os tratamentos consistiram de dois níveis de manejos da água no solo (irrigado e déficit hídrico terminal aplicado durante a fase de crescimento vegetativo e três texturas de solo (argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa. Os resultados demonstraram maior capacidade de armazenamento de água disponível às plantas para o solo de textura franco-arenosa (112 mm do que para o solo de textura argila pesada (102 mm e de textura franco-argilo-siltosa (94 mm. No entanto, esses valores representam 44, 41 e 77% da quantidade total de água armazenada nos solos argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa, respectivamente. Para uma mesma profundidade do solo e em condições de déficit hídrico, o solo de textura franco-arenosa apresenta maior capacidade de armazenamento de água disponível às plantas de milho do que os solos de textura argila pesada e franco-argilo-siltosa.

  3. Formas de potássio em solos representativos do Estado da Paraíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jailma dos Santos de Medeiros

    Full Text Available Os solos do Estado da Paraíba apresentam grande diversidade de características químicas, físicas e mineralógicas, acarretando em variações nos teores e formas de K disponíveis no solo. Objetivou-se com este trabalho avaliar os teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel em doze solos do Estado da Paraíba, na ausência e na presença de fertilização potássica, e correlacioná-los com as características químicas, físicas e mineralógicas desses solos. O estudo constou de 60 tratamentos, sendo 12 solos e cinco doses de K (0; 50; 100; 200 e 300 mg dm-3 na forma de cloreto de potássio, com três repetições. Após receberem os tratamentos, os solos foram incubados por um período de 21 dias, e em seguida, uma sub-amostra de 0,2 dm³ de cada solo foi retirada para determinação dos teores de K não-trocável, K trocável e K solúvel. Os solos formados sob clima semiárido foram os solos que apresentaram as maiores reservas de K não-trocável. Solos com maior proporção de mica e minerais do tipo 2:1 na fração argila apresentaram os maiores teores de K não-trocável e K trocável. Independente do grupo de solos, os teores de silte apresentaram correlação elevada com os teores de K não-trocável e de K trocável. Nos solos mais desenvolvidos, não foi evidenciada fixação de K proveniente do fertilizante. Porém, nos solos menos desenvolvidos, a fixação de K ficou evidenciada pela pequena quantidade de K recuperada pelo extrator acetato de amônio nos solos mais argilosos e, principalmente, naqueles com predominância de minerais do tipo 2:1 e mica.

  4. Efeito do composto de lixo urbano em um solo arenoso e em plantas de sorgo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W. L. Alves

    1999-09-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito do composto de lixo urbano na fertilidade e nos teores totais e extraídos com solução de DTPA 0,005 mol L-1 pH 7,3 dos elementos Fe, Mn, Zn e Ni em um Podzólico Vermelho-Amarelo textura arenosa, em casa de vegetação. Empregou-se sorgo como planta-teste, avaliando-se perfilhamento, produção de matéria seca e quantidade acumulada dos elementos P, K, Ca, Mg, Fe, Mn, Zn e Ni em função de doses de composto equivalentes a 0, 12,5, 25, 50 e 100 t ha-1, na ausência e na presença de adubação mineral. O composto aumentou a produção de matéria seca do sorgo na ausência de adubação mineral; esta, contudo, promoveu maior aumento de produção e perfilhamento das plantas. Na parte aérea de sorgo, não foi detectado Ni, enquanto as quantidades acumuladas de Fe, Mn e Zn relacionaram-se com os teores no solo extraídos com DTPA. A aplicação do composto de lixo promoveu aumento dos valores de pH, matéria orgânica, bases trocáveis, P resina e CTC do solo, reduzindo a acidez potencial (H + Al. Os teores totais de Fe, Mn e Zn no solo aumentaram com as doses do composto, enquanto o de Ni aumentou somente na ausência de adubação mineral. Os teores de Zn e Ni no solo, extraídos com DTPA, aumentaram com as doses do composto tanto na ausência como na presença de adubação mineral; já os de Mn e Fe diminuíram na presença de adubação mineral e não foram alterados na sua ausência. Apesar de não ter ocorrido acúmulo dos metais pesados no tecido vegetal, houve incremento no solo de alguns dos elementos; portanto, deve-se atentar para aplicações sucessivas de composto de lixo domiciliar.

  5. Phloem mobility of Boron in two eucalypt clones Mobilidade floemática de Boro em dois clones de eucalipto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edson Marcio Mattiello

    2009-12-01

    Full Text Available Boron deficiency causes large productivity losses in eucalypt stands in extensive areas of the Brazilian Cerrado region, thus understanding B mobility is a key step in selecting genetic materials that will better withstand B limitation. Thus, in this study B mobility was evaluated in two eucalypt clones (68 and 129, under B sufficiency or B deficiency, after foliar application of the 10B isotope tracer to a single mature leaf. Samples of young tissue, mature leaves and roots were collected 0, 1, 5, 12 and 17 days after 10B application. The 10B:11B isotope ratio was determined by HR-ICP-MS. Samples of leaves and xylem sap were collected for the determination of soluble sugars and polyalcohols by ion chromatography. Boron was translocated within eucalypt. Translocation of foliar-applied 10B to the young tissues, mature leaves and roots was higher in clone 129 than in 68. Seventeen days after 10B application to a single mature leaf, between 14 and 18 % of B in the young tissue was originated from foliar B application. In plants with adequate B supply the element was not translocated out of the labeled leaf.A deficiência de boro tem causado perdas expressivas de produtividade em extensas áreas de eucalipto no Brasil, principalmente na região do Cerrado. A mobilidade de B é um fator chave na seleção de materiais genéticos mais tolerantes à deficiência deste nutriente. Neste trabalho, a mobilidade de B foi avaliada em dois clones de eucalipto (68 e 129, com e sem deficiência de B, após a aplicação foliar do traçador isotópico 10B em uma única folha madura. Amostras de tecidos jovens, folhas maduras e raízes foram coletadas nos tempos de 0, 1, 5, 12 e 17 dias após a aplicação. A determinação da razão isotópica 10B:11B foi feita por meio de HR-ICP-MS. Foram coletadas amostras de folhas e do exsudato xilemático para determinação de açúcares solúveis e poliálcoois, por meio de cromatografia iônica. Houve translocação de B

  6. Sintomas visuais de deficiência de macronutrientes e boro em maracujazeiro-doce

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Simone Mendonça Freitas

    2011-12-01

    Full Text Available Conduziu-se experimento em casa de vegetação com objetivo de caracterizar sintomas visuais de deficiências de macronutrientes e de B em folhas e frutos de maracujazeiro-doce cultivados em caixas com areia lavada e irrigados com solução nutritiva. Utilizou-se delineamento experimental em blocos casualizados, com oito tratamentos (solução completa, -N, -P, -K, -Ca, -Mg, -S e -B, com quatro repetições. Os sintomas de deficiência observados, entre 85 e 240 dias após a aplicação dos tratamentos, foram: -N: clorose generalizada e queda prematura das folhas e frutos com cor verde- amarelada e aspecto translúcido; -P: folhas velhas com coloração verde-escura brilhante que, com progressão da deficiência, ficavam mais claras; -K: clorose e posterior necrose na porção basal da nervura central das folhas velhas que progrediam para as bordas e queda das folhas e frutos com enrugamento do epicarpo; -Ca: deformação e necrose nas bordas das folhas novas e frutos com rachaduras no epicarpo e no mesocarpo, além de podridão apical; -Mg: folhas velhas com clorose internerval; -S: clorose das folhas novas com pequenas manchas mais claras e -B: folhas novas com aspecto coriáceo e ondulação nos bordos e frutos com faixas marrons de cortiça na casca.

  7. Fontes e doses de boro em porta-enxertos de seringueira Sources and rates of boron in rubber rootstocks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adônis Moreira

    2006-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de boro sobre o incremento do diâmetro do caule no ponto de enxertia, 5 cm acima do coleto, número e diâmetro de raízes laterais e estado nutricional de porta-enxertos para produção de toco enxertado de raiz nua. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x5: duas fontes (ulexita, 10% de B e ácido bórico, 17% de B e cinco doses de B (0, 2, 4, 8 e 16 kg ha-1 com quatro repetições. Em condições edafoclimáticas locais, curvas de resposta indicam aumentos significativos, no incremento do diâmetro do caule, no ponto de enxertia, nas doses 6,5 e 16 kg ha-1 de B, e no número de raízes laterais, nas doses 13,9 e 16 kg ha-1 de B, com aplicação de ácido bórico e de ulexita, respectivamente. As doses de B não afetaram o número de raízes. O nível crítico de B na folha de mudas de seringueira, alcançado com aplicação de ácido bórico, é de 31,8 mg kg-1. As doses de B apresentam interações significativas com os teores foliares de B, Mn e Zn, enquanto os teores foliares de N, P, K, Ca, Mg, S, Na, Cu e Fe não variaram significativamente em razão das doses de B.The objective of this work was to evaluate the effect of boron supply on the increment of stem diameter, number and diameter of lateral roots and the nutritional status of rubber rootstocks at the budding height (5 cm above the root collar, for the production of base root budded stumps, in a Xanthic Ferralsol. The experimental design was in randomized blocks, in a 2x5 factorial scheme: two sources (ulexite - 10% of B and boric acid - 17% of B and five B rates (0, 2, 4, 8 and 16 kg ha-1, with four replicates. Under the local conditions, the response curves showed significant increases in increment of stem diameter at 6.5 and 16 kg ha-1 B, and in the number of lateral roots at 13.9 and 16 kg ha-1 B, with boric acid and ulexite, respectively. The B rate did not improve the number

  8. Aspectos da estrutura da raiz e do desenvolvimento de plantas de soja em solos compactados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    QUEIROZ-VOLTAN RACHEL BENETTI

    2000-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da compactação do solo na anatomia da raiz e no desenvolvimento de duas cultivares de soja (Glycine max (L. Merrill, IAC-8 e IAC-14, em vasos. O solo utilizado foi um Latossolo Roxo, tirado da camada superficial (0-200 mm. Os níveis de compactação consistiram de 0,95 (controle, 1,20, 1,35 e 1,50 kg L-1, e foram obtidos pela compactação de determinada massa de solo por prensa hidráulica, em cilindros de ferro. A compactação do solo não afetou a estrutura anatômica da raiz, em nenhuma das duas cultivares. Na cultivar IAC-8, o número de folhas, a altura das plantas e o peso da matéria seca da raiz e do caule diminuíram com o aumento da densidade do solo, e o comprimento da raiz aumentou. Na cultivar IAC-14, o número de folhas, a área foliar, o número de vagens, a altura das plantas, o peso da matéria seca da raiz, do caule e das folhas foram diminuindo à medida que aumentava a densidade do solo, embora nas densidades intermediárias (1,20 e 1,35 se tenha notado uma tendência de aumento naquelas variáveis. A produção de soja não foi afetada pela compactação do solo, com exceção do número de vagens da cultivar IAC-14, que apresentou diferenças em razão do tratamento. Os resultados sugerem que as duas cultivares podem ser bem adaptadas a solos compactados, nos níveis analisados.

  9. Erosão em entressulcos em diferentes preparos e estados de consolidação do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Schäfer

    2001-06-01

    Full Text Available O preparo torna o solo mais susceptível à desagregação pelo impacto das gotas da chuva e transporte pelo fluxo superficial laminar e salpicamento, mas, com o passar do tempo, o solo reconsolida-se, aumentando novamente sua resistência. Com o objetivo de estudar a erosão em entressulcos, em diferentes métodos de preparo do solo e consolidação, foi realizado, em 1997/98, um experimento em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico, que vinha há oito anos sob plantio direto. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis repetições. Os tratamentos testados foram: preparo convencional recente (CR, preparo convencional consolidado (CC, consolidação de dois meses, plantio direto com palha (PDC, 94% de cobertura e plantio direto sem palha (PDS. O experimento foi realizado com chuva simulada, com intensidade constante de 65 mm h-1, durante 90 min. As parcelas usadas tiveram dimensões de 0,50 m por 0,75 m e declividade média de 8,5%. Foi determinado o fator de erodibilidade do solo em entressulcos (Ki, obtendo-se o valor de 1,77 x 10(6 kg s m-4. Quanto à perda de solo, os tratamentos com preparos convencionais (CR e CC não foram diferentes entre si, nem os com plantio direto (PDS e PDC, mas houve diferença entre esses dois grupos, havendo uma redução de sete vezes com a não-mobilização do solo. O diâmetro médio geométrico dos agregados foi significativamente menor no PDS e PDC que no CR e CC. Portanto, as perdas de solo foram reduzidas e a agregação aumentada, em virtude da longa consolidação (oito anos e efeitos associados. O PDC reduziu a taxa constante de perda de água em 31% em relação ao PDS devido à cobertura do solo. Assim, a consolidação e a cobertura do solo reduzem, de forma complementar, as perdas de solo e água.

  10. Banco de sementes do solo em três fases sucessionais de uma Floresta Estacional Decidual em Santa Tereza, RS.

    OpenAIRE

    Solon Jonas Longhi; Eleandro José Brun; Diógenes Maurice Oliveira; Luis Eduardo Britto Fialho; Julio César Wojciechowski; Sandro Vaccaro

    2010-01-01

    Com o objetivo de avaliar o banco de sementes no solo e compreender aspectos da dinâmica sucessional de Floresta Estacional Decidual, foram coletadas 60 amostras de 1 m2 no final de cada estação do ano, em três estágios sucessionais (Capoeirão, Floresta Secundária e Floresta Madura). Em cada ponto amostral, foi coletado o folhedo e os primeiros 3 cm de solo. No Centro Tecnológico de Silvicultura da UFSM o material foi posto para germinar, separadamente, em canteiros de madeira de 1 m2, que co...

  11. Oxidação do enxofre elementar em solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Horowitz Nelson

    2006-01-01

    Full Text Available O uso de fertilizantes que contêm baixos teores de enxofre (S, em solos com baixos teores de matéria orgânica, pode resultar em limitação desse nutriente para as culturas. O uso do S-elementar como fertilizante, isoladamente ou associado a fórmulas comerciais, pode reduzir os custos de adubação em solos deficientes de S. Os objetivos deste estudo foram: a verificar se, em dois solos tropicais, ocorre oxidação de S-elementar; b avaliar se o período de incubação de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a é adequado para estimar a oxidação do S-elementar e c medir o efeito da oxidação do S-elementar sobre o pH do solo. Para isso, foi realizado um experimento com amostras de um ARGISSOLO VERMELHO AMARELO eutrófico abruptíco e de um LATOSSOLO VERMELHO DISTRÓFICO típico. As amostras dos dois solos foram incubadas com seis doses de enxofre (0, 1,5, 3,0, 6,0 9,0 e 12g de So kg-1 de solo por períodos entre 0 e 70 dias. A incubação foi feita em estufa, a uma temperatura de 27o + 1o C. Ambos os solos tiveram capacidade para oxidar o S-elementar para S-sulfato, forma disponível à planta. No argissolo, o teor de S-sulfato resultante da oxidação do S-elementar foi 563mg dm-3 de solo, enquanto que, no latossolo, foi de 207mg dm-3 de solo, indicando capacidade diferenciada de ambos para oxidar o S-elementar. Em ambos os solos houve diminuição do pH, sendo mais acentuada para o argissolo. O período de incubação para avaliação da oxidação do S-elementar de seis dias sugerido por Janzen & Bettany (1987a parece ser insuficiente.

  12. Fósforo da biomassa microbiana em solos sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2000-09-01

    Full Text Available A biomassa microbiana assume papel importante na reciclagem do fósforo em solos tropicais e subtropicais. Este trabalho teve por objetivo quantificar o teor de fósforo armazenado na biomassa microbiana em solos submetidos a diferentes métodos de preparo e sucessões de culturas. Para tal, foram utilizados quatro experimentos, instalados em diferentes locais no Rio Grande do Sul a partir de 1979, envolvendo métodos de preparo do solo e sucessões de culturas. Em 1997, coletaram-se amostras de solos nos sistemas plantio direto e cultivo convencional, com várias sucessões de culturas, em três camadas de solo. O fósforo acumulado na biomassa microbiana foi determinado por fumigação-extração. O fósforo na biomassa não diferiu entre os métodos de preparo do solo no Latossolo Vermelho Distroférrico típico, mas foi maior no sistema plantio direto em comparação ao cultivo convencional no Latossolo Vermelho Distrófico típico e Argissolo Vermelho Distrófico típico. O cultivo de diferentes plantas anuais não afetou os teores de fósforo microbiano. O fluxo anual de P através da biomassa microbiana variou de 8 a 22 mg dm-3 ano-1 e, no Argissolo Vermelho Distrófico típico, foi maior no sistema plantio direto do que no cultivo convencional.

  13. Crescimento do milho em solo sob atividade de Chibui bari (Oligochaeta: Glossoscolecidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Temporim Furtado Fiuza

    2012-04-01

    Full Text Available Chibui bari (Righi & Guerra, 1985 é um minhocuçu geófago, com tamanho até 60 cm, que tem como habitat vários solos no Acre. A atividade dessa espécie resulta na produção de grande quantidade de coprólitos ricos em nutrientes. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o crescimento do milho em solo com presença da minhoca Chibui bari. O experimento foi conduzido em casa de vegetação da Universidade Federal do Acre, no município de Rio Branco, Acre, em 2009. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com seis tratamentos (0, 1, 2, 3, 4 e 5 animais/tubo. O milho da variedade Bandeirante foi semeado em tubos de PVC com capacidade de 15,7 L, contendo solo de textura média. As variáveis avaliadas foram o diâmetro do colmo, as massas da matéria seca da parte aérea, da raiz e total das plantas, o teor de nutrientes no solo e a atividade microbiana. A presença de C. bari resultou em maiores diâmetro do colmo (13,29 % e massas da matéria seca da parte aérea (28,73 % e total (33 % do milho. Contudo, não foi verificada mudança significativa na condição química e na atividade microbiana do solo, resultado que pode estar relacionado à maior exportação de nutrientes do solo, exigida pelo aumento do crescimento das plantas nos tratamentos com presença de minhocas.

  14. Biodisponibilidade de metais pesados em solos do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Daniel Scolmeister

    1999-01-01

    Com o objetivo de avaliar a biodisponibilidade dos metais Cu, Zn, Cd, Ni, Cr e Pb para as plantas de trigo (Triticum aestivum, L.) e milho (Zea mays, L.), foi conduzido em 1996 um experiment0 em vasos utilizando-se dez solos do estado do Rio Grande do Sul, com adição de diferentes níveis destes metais. As quantidades dos metais absorvidas foram correlacionadas com as extraídas do solo porHC10,l mol L-¹, DTPA 5x10-³ mol L¹", HNO3- HClO4, concentrados, resina CHELEX 100 e por um bioteste com pl...

  15. Variabilidade espacial e disponibilidade de cobre e zinco em solos de vinhedos e adjacências

    OpenAIRE

    Valladares,Gustavo Souza; Azevedo,Emílio Carlos de; Camargo,Otávio Antônio de; Grego,Célia Regina; Rastoldo,Alessandra Maria Cia Silva

    2009-01-01

    Com o tempo, o uso agrícola pode levar à contaminação do solo por metais pesados, principalmente por se servir de insumos e agroquímicos que possuem cobre e zinco em sua composição. O objetivo deste trabalho foi determinar os teores de cobre e zinco disponíveis no solo extraídos com DTPA e avaliar sua distribuição espacial empregando a geoestatística em áreas de vinhedos comerciais e experimentais e sob outros usos e coberturas nas adjacências das plantações. Foram coletadas amostras de terra...

  16. MICRONUTRIENTES NOS SOLOS DO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ DO SUL, RS, BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcido Kirst

    2007-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo principal avaliar a fertilidade dos solos do município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil, em relação aos micronutrientes zinco, ferro, manganês, cobre e boro, baseado nos laudos técnicos de análise de solo realizados pelo Laboratório de Solos da Universidade de Santa Cruz do Sul, no período de 2001 a 2005. Ao todo, 3548 laudos de solo foram interpretados. As técnicas analíticas para a determinação destas variáveis seguiram a metodologia utilizada pela Rede Oficial de Laboratórios de Análises de Solos e Tecido Vegetal do Rio Grande do Sul e Santa Catarina (ROLAS. Os resultados indicaram que a avaliação da fertilidade dos solos do município apresentou altas concentrações  dos micronutrientes zinco, cobre, manganês e ferro e concentrações médias de boro, indicando adequadas condições de fertilidade para as culturas predominantes na região.

  17. Sílica solúvel em solos Soluble silica in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available Determinou-se a silica solúvel nos horizontes superficial e B2 de 44 perfis de solos do Estado de São Paulo. A extração da silica com solução 0,0025M de cloreto de cálcio evitou a dispersão dos solos e forneceu resultados em média apenas 8% menores do que a silica solúvel em água. Os resultados variaram de 2,2 a 92,2 ppm de SiO2. Verificou-se que, para solos com teores semelhantes de argila, os teores de silica solúvel foram maiores para solos com horizonte B textural, quando comparados com solos de horizonte B latossólico. Dentro dos agrupamentos de solos com horizonte B textural e horizonte B latossólico, os teores de silica solúvel foram maiores para os solos mais argilosos. Não foi observada relação entre silica solúvel e o pH dos solos.The extraction of soluble silica of soils with 0.0025M calcium chloride solution avoided dispersion of clay and results were on the average only 8% lower than water soluble silica. The results for surface and B2 horizons of 44 soil profiles of the State of São Paulo varied between 2.2 and 92.9 ppm of SiO2. For soils with similar clay contents, soluble silica was higher for soil with argillic B horizons as compared with soils with oxic B horizons. Within each group of soils, higher soluble silica results were associated with higher clay contents. Soluble silica apparently was not related to soil pH.

  18. Produtividade da cultura da batata-doce em diferentes sistemas de preparo do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amarílis Beraldo Rós

    2013-06-01

    Full Text Available Trabalhos sobre preparo reduzido em solos cultivados com raízes e tubérculos são escassos e controversos. Este trabalho objetivou avaliar e comparar a produtividade de raízes tuberosas de plantas de batata-doce cultivadas em argissolo vermelho-amarelo sob preparo convencional (aração seguida de gradagem niveladora e posterior levantamento de leiras com sulcador e sob preparo reduzido com manutenção de palhada superficial (sem revolvimento do solo, exceto nas linhas de plantio. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas. As parcelas principais corresponderam aos tratamentos preparo convencional (com confecção de leiras e preparo reduzido, e as subparcelas, às quatro épocas de coleta: 90, 120, 150 e 180 dias após plantio. Foram avaliadas as características: produtividades total e comercial, números de raízes tuberosas total e comercial, e massa de matéria fresca individual média das raízes tuberosas consideradas comerciais. A cultura da batata-doce apresentou produtividades total e comercial de raízes tuberosas 68 e 75% superiores no plantio convencional, respectivamente, em relação ao preparo reduzido, em função de maiores números total e comercial de raízes tuberosas em solo preparado de maneira convencional. Não houve diferença entre os manejos de solo quanto à massa de matéria fresca individual de raízes tuberosas. Concluindo, o preparo convencional do solo é mais adequado ao cultivo da batata-doce.

  19. Erosão em sulcos em diferentes preparos e estados de consolidação do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. J. Schäfer

    2001-06-01

    Full Text Available O preparo e a consolidação do solo alteram a sua capacidade em resistir à erosão em sulcos. Com o objetivo de estudar a erosão em sulcos em diferentes preparos e consolidação do solo, conhecer o diâmetro mediano dos sedimentos transportados e determinar a erodibilidade em sulcos (Kr e a tensão crítica de cisalhamento (τc do solo, foi realizado um experimento no campo, em 1997/98, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com seis repetições. Os tratamentos constaram de: preparo convencional recente (CR, preparo convencional consolidado (consolidação de dois meses (CC, plantio direto sem palha (PDS e plantio direto com palha (PDC, 94% de cobertura. Usou-se chuva simulada de intensidade constante (65 mm h-1 até escoamento aproximadamente constante de água no solo. Em seguida, na extremidade superior do sulco, foram adicionadas descargas líquidas (Q crescentes de 0,0002 m³ s-1 até 0,0010 m³ s-1, para os tratamentos CR e CC, e de 0,0004 m³ s-1 até 0,0020 m³ s-1, para os tratamentos PDS e PDC, sendo as amostras coletadas na parte inferior de cada sulco. As parcelas foram delimitadas por chapas metálicas cravadas no solo no sentido do declive (0,20 m de largura por 6,00 m de comprimento. O valor de Kr determinado foi de 0,012 kg N-1 s-1 e o τc foi de 2,61 N m-2. A desagregação, as perdas de solo e o diâmetro mediano dos sedimentos apresentaram a seguinte seqüência em magnitude: CR, CC, PDS e PDC, particularmente nas maiores Q. O regime de escoamento foi turbulento supercrítico, com exceção da primeira Q aplicada, onde o regime foi laminar subcrítico, para o PDC, graças à presença de resíduos culturais, e laminar supercrítico, para os demais tratamentos. A consolidação e a cobertura do solo alteram o regime do escoamento e reduzem a erosão em sulcos e seus efeitos são complementares.

  20. Adaptações morfofisiológicas da soja em solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pires João Leonardo Fernandes

    2002-01-01

    Full Text Available Há restrições ao crescimento de plantas em condições de inundação do solo, o que limita a sua exploração agrícola a poucas espécies. A soja pode ser uma alternativa, pela alta capacidade adaptativa a estas condições. O objetivo deste trabalho foi identificar as formas de adaptação da soja à inundação do solo, e estabelecer a melhor estratégia para fornecimento de N em solos inundados. Foi conduzido um experimento em casa de vegetação, na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, de setembro a novembro de 1998. Foram testadas duas cultivares de soja (FT-Abyara e BR 4 cultivadas sob dois regimes hídricos (inundação e capacidade de campo e duas estratégias de fornecimento de N (inoculação e N mineral. Manteve-se a soja sob inundação do estádio V2 até V5 (21 dias. A soja apresentou mecanismos que permitem sua adaptação a condições de hipoxia geradas pela inundação do solo. Houve redução nos teores de N, K, Mg e Mn, e aumento nos teores de Fe nas folhas, quando da inundação. Existiram diferenças entre cultivares em solo inundado, destacando-se a cultivar FT-Abyara, pela maior adaptação. O diâmetro do caule sob a lâmina de água foi a característica mais importante na diferenciação de cultivares com vistas a tolerância à inundação. A melhor estratégia para fornecimento de N em condições de solo inundado foi a aplicação de N mineral em cobertura. Porém, mesmo em solo inundado ocorreu nodulação em soja.

  1. ANÁLISE DE AGRUPAMENTO DE ATRIBUTOS FISICOS DO SOLO EM LAVOURA DE CAFEEIRO CONILON CONSORCIADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Inacio Alves

    2017-04-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho avaliar os atributos físicos do solo cultivado com café a pleno sol e café consorciado. O experimento foi realizado na Fazenda Experimental Bananal do Norte (INCAPER em Cachoeiro de Itapemirim-ES. Os manejos avaliados foram cultivo de café conilon a pleno sol (M1 e consorciado com: pupunha (M2, gliricídia (M3, banana (M4 e ingá (M5. Os atributos físicos do solo avaliados foram densidade e porosidade do solo (total, macro e micro em três profundidades (0-0,1, 0,1-0,2 e 0,2-0,4 m, sendo quatro repetições por tratamento. Os resultados dos atributos físicos do solo nas três profundidades avaliadas foram semelhantes nos cinco sistemas de cultivo, sendo que o M2 apresentou a menor densidade e maior porosidade total do solo. Na análise de agrupamento houve a formação de dois grupos, o primeiro contendo o M1, M4 e M5 e o segundo com  M2 e M3.

  2. Adubação foliar de boro em diferentes estádios fenológicos da cultura do amendoim

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Machado Mantovani

    2013-04-01

    Full Text Available A adubação boratada foliar, na cultura do amendoim, pode ser uma estratégia viável para fornecimento desse elemento à planta; porém, são poucos os conhecimentos sobre dosagens, épocas e efeitos de parcelamento das doses. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características de produção e a composição mineral foliar em diferentes doses, épocas de aplicação e parcelamentos da adubação boratada. O experimento foi conduzido na safra de verão 2010/2011, em Latossolo Vermelho distroférrico, em Rubiácea (SP. Foram estudadas as doses de zero; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kg ha-1 de boro (B, aplicadas por via foliar, utilizando-se como fonte o ácido bórico. Os efeitos da adubação boratada foram testados em doses únicas nos estádios V1 ou R5, além do parcelamento da dose de 1,0 kg ha-1 (0,5 kg ha-1 em V1 e R5, de 1,5 (0,75 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5 e de 2,0 kg ha-1 (1,0 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1, R3 e R5. O aumento na produtividade de amendoim em casca ocorreu apenas com a dose de 1,5 kg ha-1, parcelada em três aplicações de 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5. A utilização de 2,0 kg ha-1 de B foliar no amendoim causou efeito depressivo na produtividade, rendimento e número de vagens por planta.

  3. Condutividade elétrica, reação do solo e acidez potencial em solos adubados com composto de lixo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2000-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação do composto de lixo, proveniente da cidade de São Paulo (usina de compostagem São Matheus, na presença e ausência de calcário dolomítico (para elevar a saturação por bases a 70% e de adubos minerais, sobre a condutividade elétrica (CE, pH em CaCl2 0,01 mol L-1 e em água, e acidez potencial (H + Al de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, nos quais o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação em delineamento em blocos ao acaso, com parcelas em faixas e três repetições. Foi verificado que a aplicação do composto de lixo promoveu o aumento da CE dos solos. Todavia, esse efeito foi inferior àquele causado pelos adubos minerais. Os maiores valores de CE (> 2 dS m-1 foram causados pelas aplicações do composto + calcário + adubo nos solos ácidos e do composto + adubo + gesso nos solos alcalinos. Porém, quanto maior a capacidade de troca catiônica (CTC inicial dos solos ácidos e pH inicial dos solos alcalinos, menores foram os efeitos dos tratamentos sobre o incremento da CE. A aplicação do composto promoveu, também, o aumento do pH e a redução da acidez potencial. Esse efeito do composto foi, em média, superior àquele causado pela aplicação do calcário. A aplicação conjunta do composto e calcário promoveu um efeito aditivo de seus efeitos isolados sobre o pH e acidez potencial do solo. A adição dos adubos minerais tendeu a reduzir o pH por causa da acidificação residual da uréia. Esse efeito foi bem evidente nos solos alcalinos. O aumento do pH e da CE foi acompanhado por uma diminuição na diferença entre os valores de pH medido em CaCl2 e em água, notadamente nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo para melhorar a acidez do solo, manejando-se adequadamente o calcário e adubos minerais nos solos ácidos ou gesso nos solos alcalinos, parece ser uma prática agrícola viável.

  4. Leitura SPAD em abacaxizeiro imperial cultivado em deficiência de macronutrientes e de boro Spad reading in imperial pineapple under macronutrientes and boron deficiency

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Mota Ramos

    2013-03-01

    Full Text Available O equipamento Minolta SPAD-502 mede a intensidade da coloração verde das folhas e tem sido utilizado na quantificação de clorofilas, caracterizando-se pela rapidez, simplicidade e, principalmente, por possibilitar uma avaliação não destrutiva do tecido foliar. O objetivo deste trabalho foi calibrar a leitura SPAD, correlacionando-a com o diagnóstico das deficiências induzidas de macronutrientes e de boro associando às deficiências ao crescimento vegetativo do abacaxizeiro. O experimento constou de oito tratamentos: Completo, -N, -P, -K, -Ca, -Mg, -S e - B, em blocos casualizados completos, com seis repetições. Foram avaliados o comprimento e a largura da folha "D" (marcada e realizadas leituras com o medidor de clorofila SPAD 502. O uso do método de medida indireta da clorofila é adequado para a avaliação do estado nutricional de N e de crescimento vegetativo do abacaxizeiro 'Imperial'. O valor Spad e a concentração foliar de N no tratamento completo são, respectivamente: 75,7 e 14,8 g kg-1, e no deficiente de N: 36,6 e 9,7g kg-1. Com exceção das deficiências de N e P, os demais tratamentos não afetaram a leitura SPAD.The equipment Minolta SPAD-502 measures the intensity of green color of leaves and has been used in the quantification of chlorophyll, characterized by speed, simplicity, and especially by allowing a non-destructive evaluation of the leaf tissue. The objective of this study was to calibrate the SPAD reading and its correlation with the diagnosis of induced deficiencies of macronutrients and boron deficiencies involving the vegetative growth of the pineapple. The experiment consisted of eight treatments: complete, -N,-P, -K, -Ca, -Mg, -S and -B in randomized complete block with six replicates. It was evaluated the length and the width of the sheet "D" (marked and readings taken with the SPAD 502 chlorophyll meter. The use of the method of indirect measurement of chlorophyll is suitable for assessing the

  5. IMPACTOS AOS ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO EM TRILHAS OCASIONADOS PELO ECOTURISMO EM UBATUBA-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristina Rosa Saraiva

    2011-08-01

    Full Text Available Em reservas florestais, a utilização de trilhas pelo trânsito de pessoas pode provocar destruição da camada de detritos vegetais sobre a superfície do solo, alterando seu estado estrutural e, dessa forma, causar a compactação do solo. O objetivo deste trabalho foi analisar os níveis de compactação em diferentes posições da Trilha dos Escravos, especificamente, centro e bordas, comparando-os com pontos existentes em condições ideais no interior da mata na Agência Paulista de Tecnologia de Agronegócios – APTA, em Ubatuba-SP. Foram amostrados 10 pontos, num percurso de 500 metros da trilha nas posições: centro, borda direita, borda esquerda e interior da mata. Em cada ponto amostral, foram coletadas amostras de solo para avaliação das propriedades físicas da umidade gravimétrica, densidade do solo, porosidade total e resistência à penetração. O estudo demonstrou que existe uma diferença significativa entre as posições locadas, os níveis de compactação do centro da trilha, ocasionados pelo pisoteio, são superiores aos dos pontos locados nas bordas e no interior da mata. Os resultados também demonstram o efeito nocivo da ação do pisoteio no aumento da resistência à penetração do solo devido à utilização da trilha pela visitação pública, sendo necessárias, como medidas para a conservação da Trilha dos Escravos, um bom planejamento e educação ambiental aos visitantes.

  6. Efeito de micronutrientes na produção e no tipo de tubérculos de batata, em cultura efetuada em solos de várzea do Vale do Paraíba Effects of micronutrients on potato crops production in hidromorfic soils of Paraíba Valley

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. Gargantini

    1970-01-01

    Full Text Available Trabalho executado para estudar a influência, na produção e no tipo dos tubérculos, dos micronutrientes - ferro, cobre, zinco, molibdênio, manganês e boro - sobre a cultura da batata (Solanum tuberosum, L., em solos de várzea do Vale do Paraíba. Os resultados de produção mostraram elevado efeito do boro e do molibdênio. Os outros micronutrientes não apresentaram efeito algum.The influence of the micronutrients iron, copper, zinc, molybdenium, manganese and boron added to the basic fertilizer on yield and quality of potato (Solatium tuberosum L., growing on alluvial soils was studied. An increase in the yield of 40% in soils of Avareí series and 50% of Paraiba series, was associated with application of boron and molybdenium to the soil. The effect of boron was much more pronounced than that of molybdenium. Application of iron, copper, zinc and manganese have no significant effect on potato yield.

  7. EVAPORAÇÃO E TEMPERATURA EM SOLOS MANTIDOS COM DIFERENTES QUANTIDADES DE RESÍDUOS EM SUPERFÍCIE

    OpenAIRE

    Rodrigo Elesbao de Almeida

    2011-01-01

    Os sistemas conservacionistas se baseiam no mínimo revolvimento e na manutenção de resíduos sobre o solo o ano todo, protegendo-o da erosão e aumentando a infiltração de água no solo. As relações entre a manutenção de resíduos em superfície e o seu efeito sobre as perdas de água por evaporação são especialmente importantes nas fases iniciais dos cultivos, enquanto a cobertura do solo pela cultura ainda não é efetiva. Ainda há carência de informação sobre as perdas de água por e...

  8. Boro em abacaxizeiro 'Pérola' no norte fluminense: teores, distribuição e características do fruto Boro in pineapple plants 'pérola' in the north fluminense: contents, distribution and characteristics of the fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Cristine Siebeneichler

    2008-09-01

    Full Text Available A correta avaliação do estado nutricional de uma planta e a correção das suas deficiências são fatores importantes para a obtenção de frutos de excelente qualidade e alta produtividade. Este trabalho objetivou avaliar o efeito da aplicação do boro sobre seus teores, distribuição na planta e características dos frutos, além de discutir a faixa de B considerada adequada para o abacaxizeiro. Determinou-se a variação do teor de B em partes das folhas 'D' ao longo do ciclo de crescimento de plantas de abacaxi. O experimento foi conduzido no município de São Francisco do Itabapoana-RJ, em solo Argissolo Amarelo álico. Constou de cinco tratamentos: sem aplicação de B; pulverizações mensais de bórax, no período pré-indução floral, durante seis meses; pulverizações mensais de bórax, no período pós- indução floral, durante seis meses; pulverizações mensais de bórax, no período de seis meses pré e pós-indução floral e aplicação de B, na axila das folhas basais da planta, 30 dias antes da indução floral. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. A solução de B utilizada na aplicação foliar foi de Bórax a 0,3%, e nas axilas das folhas foi aplicado 0,5g de Bórax. Cada amostra consistiu de cinco folhas 'D', coletadas aos 230; 300; 370; 450 e 520 dias após o plantio. A aplicação foliar de B determinou tendência de aumento no teor de sólidos solúveis totais do fruto de abacaxi. O peso e o tamanho do fruto não foram significativamente influenciados pelos tratamentos. No geral, a maior concentração de B foi observada na porção apical da folha, e a menor, na porção aclorofilada. As aplicações foliares de bórax aumentaram os teores de B nas porções mediana e apical das folhas, mas não alteraram os teores nas porções aclorofilada e basal. As concentrações de boro bem abaixo do limite inferior da faixa considerada adequada, obtidas em folhas de abacaxizeiro

  9. Fauna do Solo como Indicadora em Fragmentos Florestais na Encosta de Morrotes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    Full Text Available RESUMO A diferença sucessional entre os fragmentos florestais reflete-se na comunidade da fauna do solo, mostrando-se um bioindicador eficiente. A não diferenciação entre terços indica que a degradação antrópica ocorre de forma homogênea em toda a extensão da encosta florestal.

  10. Formas extraíveis de ferro em solos do estado do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. G. Pereira

    1999-06-01

    Full Text Available No estado do Rio de Janeiro, destacam-se três feições geomorfológicas: as formações constituídas por rochas do Complexo Cristalino, expostas ou capeadas por seus produtos de alteração; os tabuleiros costeiros, compostos pelos sedimentos da Formação Barreiras, e, por último, as planícies aluvionares, que são formações quaternárias. As diferenças entre os materiais de origem e as classes de relevo e sua influência na formação dos solos têm constituído o tema principal dos estudos de genêse realizados no Rio de Janeiro. Este trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das formas extraíveis de ferro, Feo, Fed e Fes, e as relações entre elas em função do grau de pedogênese dos solos. Para estes solos, as formas de ferro e relações Fed/Fes e Feo/Fed expressaram variações na mineralogia do material de origem, grau de intemperismo dos solos e do material formador, ou classe de drenagem, mais do que a intensidade de pedogênese. Assim, as formas extraíveis de Fe e respectivas relações para avaliar o grau de pedogênese, nos solos do Rio de Janeiro, requerem uma interpretação conjunta das demais propriedades do solo, com ênfase para a morfologia e classes de drenagem.

  11. Permeabilidade ao Ar da Cama de Semeadura do Solo em Sistema Semeadura Direta

    OpenAIRE

    Osvaldo Guedes Filho; Alvaro Pires da Silva; Neyde Fabíola Balarezo Giarola; Cássio Antônio Tormena

    2015-01-01

    A permeabilidade ao ar pode ser utilizada como indicador da qualidade física do solo. O objetivo deste trabalho foi determinar a permeabilidade ao ar e os índices de continuidade de poros para a cama de semeadura em um Latossolo Vermelho distrófico cultivado no sistema semeadura direta e submetido à escarificação mecânica e escarificação biológica, utilizando a cultura do nabo forrageiro. O estudo foi conduzido em área experimental da Uni...

  12. Meia-vida do diuron em solos com diferentes atributos físicos e químicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ribeiro Rocha

    2013-11-01

    Full Text Available A distribuição e a dissipação dos herbicidas nos solos são processos dinâmicos e únicos para cada relação solo-herbicida. Neste trabalho, a meia-vida do diuron foi determinada em cinco solos (Latossolo Vermelho Amarelo, Latossolo Vermelho e Latossolo Amarelo, com diferentes valores de pH. As concentrações do diuron foram determinadas em amostras dos referidos solos coletadas em oito épocas (1, 8, 15, 22, 36, 66, 96 e 156 dias após a aplicação do herbicida na dose 3,0kg ha-1. Em uma parte dessas amostras, foi feita a quantificação do diuron por cromatografia líquida de alta eficiência e, na outra parte, os testes biológicos, visando à confirmação dos resultados das análises cromatográficas. Constatou-se que a persistência do diuron é dependente dos atributos físicos e químicos dos solos. Todavia, a correção do pH do solo favoreceu apenas a degradação do herbicida em solos arenosos com baixo teor de matéria orgânica. A meia-vida do diuron nos solos estudados variou de 40 a 91 após a sua aplicação, sendo maior no solo com maior teor de matéria orgânica. Esses resultados foram confirmados pelos testes biológicos que se mostraram eficientes e complementares às análises cromatográficas.

  13. Anatomia radicular de milho em solo compactado Anatomy of maize roots in compacted soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson Cristian Bergamin

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a relação entre a estrutura anatômica das raízes de milho e os atributos físicos de solo submetido a diferentes graus de compactação. O estudo foi realizado em campo, no Município de Dourados, MS, em Latossolo Vermelho distroférrico, textura muito argilosa. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com cinco repetições. O solo utilizado apresentava histórico de oito anos com plantio direto. A compactação adicional do solo foi realizada por meio de tráfego com trator, com uma (PDc1, duas (PDc2, quatro (PDc4 e seis passadas (PDc6 sucessivas, sobre toda a área da parcela. Houve aumento na razão entre o córtex e o cilindro vascular da raiz com o aumento na compactação do solo. Essa razão correlacionou-se negativamente com a macroporosidade e positivamente com a densidade do solo e com a resistência do solo à penetração. O grau de compactação afeta a anatomia radicular do milho, e a resistência do solo à penetração é o indicador físico que melhor expressa esse efeito.The objective of this work was to evaluate the relationship between maize root anatomy and physical attributes of soil subjected to levels of compaction. The experiment was carried out in field conditions, in Dourados, Mato Grosso do Sul state, Brazil, in a clayed Latossolo Vermelho (Rhodic Acrustox. A randomized complete block design was used, with five replicates. The soil was cultivated for eight years under no-tillage. The additional compaction of the soil was done by tractor traffic in one (PDc1, two (PDc2, four (PDc4 and six successive passes (PDc6, in the entire area of the experimental plots. Ratio between the cortex and vascular cylinder of the root increased with soil compaction. This ratio was negatively correlated to macroporosity, and positively to soil density and soil penetration resistance. Soil compaction level affects the anatomy of maize roots, and its penetration resistance is the best

  14. Aplicación de boro en eucalipto: comparación de fuentes Aplicação de boro em eucalipto: comparação de fontes

    OpenAIRE

    Marcelo Gabriel Ferrando; José Pedro Zamalvide

    2012-01-01

    La deficiencia de boro (B) en sistemas forestales ha sido reportada en diferentes especies de pino y eucalipto, verificándose importantes mejoras en la producción y/o calidad de madera, con el agregado de este nutriente. La baja retranslocación del B dentro de la planta hace necesario un aporte constante para satisfacer las demandas del cultivo. Al ser un nutriente muy poco retenido por el suelo está sujeto a pérdidas por lixiviación. El uso de fertilizantes solubles brinda una solución a cor...

  15. Vegetable species for phytoextraction of boron, copper, lead, manganese and zinc from contaminated soil Espécies vegetais na fitoextração de boro, cobre, chumbo, manganês e zinco de solo contaminado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Cecília Gabrielli dos Santos

    2010-12-01

    Full Text Available Phytoremediation is an attractive option to remove metal from contaminated soil since it is a simple, low-cost, and environmentally friendly procedure. To better examine the phytoremediation potential of kenaf (Hybiscus canabinnus, mustard (Brassica juncea, turnip (Raphunus sativus and amaranth (Amaranthus crentus plants, a greenhouse experiment was performed in which these species were grown on a soil contaminated with Zn, Cu, Mn, Pb and B. The translocation, the bioconcentration and the removal index, the transference factor and the time to reach 50% of element removal from soil, among other indicators, were used in order to identify a hyperaccumulator. Kenaf plants were more tolerant to the conditions tested, with the highest dry matter production and no visual toxicity symptoms. Amaranth would be the species chosen to remediate the soil under field conditions as it presented the higher indexes for decontamination of Zn and Mn and was also able to remove B. Turnip showed the best results for Pb removal. All species tested were able to remove B from soil. In spite, none of the plant species tested could be characterized as a hyperaccumulator.A fitorremediação é uma opção atraente na remoção de solos contaminados com metais por ser uma técnica simples, de baixo custo e ambientalmente aceitável. O potencial de fitorremediação da kenaf (Hybiscus canabinnus, mostarda (Brassica juncea, rabanete (Raphunus sativus and amaranto (Amaranthus crentus foram examinadas num experimento usando solo contaminado por Zn, Cu, Mn, Pb e B. O experimento foi conduzido em vasos, cultivando as quatro espécies até o florescimento. Os índices de translocação, bioconcentração e remoção, o fator de transferência e o tempo necessário para atingir a remoção de 50% do elemento do solo, entre outros indicadores, foram empregados na tentativa de identificar uma espécie hiperacumuladora. A kenaf foi a espécie mais tolerante nas condições empregadas

  16. Calagem e adubação fosfatada para o arroz em solos inundados: I. teores de ferro e fósforo nos solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. W. V. Mello

    1999-12-01

    Full Text Available A dinâmica do P em solos e sedimentos inundados tem grande significado ambiental e parece estar fundamentalmente associada às reações de oxirredução dos compostos de ferro. Com o objetivo de verificar os efeitos da calagem e da adubação fosfatada nos teores de Fe e P no solo, amostras de nove solos de várzeas do estado de Minas Gerais foram tratadas com dois níveis de calcário e seis níveis de fósforo. Após um período de incubação aeróbica, foram determinados os teores de Fe e P dos solos por extração com acetato de amônio, Mehlich-1 e oxalato de amônio. Os solos foram, então, inundados, determinando-se, periodicamente, os teores de fósforo pelo uso do papel aniônico. Verificou-se que a calagem e a adubação fosfatada tenderam a diminuir os teores de Fe e aumentar os teores de P extraível por acetato de amônio e pelo Mehlich-1. Em amostras recentemente inundadas, a calagem tendeu a aumentar o fósforo determinado pelo papel aniônico, ao passo que o contrário ocorreu após maior período de inundação das amostras de solo.

  17. Dinâmica do Carbono no Solo em Ecossistemas Nativos e Plantações Florestais em Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silmar Primieri

    2017-08-01

    Full Text Available RESUMO A mudança no uso da terra, aliada às práticas de manejo, contribui para as alterações entre as entradas e saídas de carbono do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica do carbono no solo em ecossistemas nativos e plantações florestais de Santa Catarina. O trabalho foi conduzido entre os meses de fevereiro e maio de 2007. As áreas avaliadas foram: Campo Nativo (CN; Floresta Ombrófila Mista (FOM; Reflorestamento de Eucalipto (RE e Pinus (RP. Foram analisados os estoques de carbono, carbono na biomassa microbiana (CBM; respiração basal do solo (RBS e quocientes microbiano e metabólico (qMic e qCO2. As maiores concentrações de carbono foram encontradas na FOM e no CN, e os atributos bioquímicos indicam que o CN e a FOM possuem a melhor capacidade de armazenar carbono no solo, entre todos os sistemas de uso da terra analisados. Nos reflorestamentos de Eucalipto e Pinus, os altos índices de RBS, qCO2 e as baixas concentrações de CBM sugerem que esses sistemas de uso da terra perdem mais CO2 para atmosfera do que os ambientes nativos.

  18. Coeficiente de erodibilidade em sulcos e entressulcosde Argissolos coesos estimado pela cor do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jussara Silva Dantas

    2014-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar o coeficiente de erodibilidade em sulcos e entressulcos, por meio de parâmetros da cor do solo. Foram selecionadas três áreas cultivadas com soja, em Argissolos Amarelos coesos do Leste Maranhense. Em cada área, foram retiradas 121 amostras na profundidade de 0,00-0,20 m. Foram determinados os valores de espectroscopia de reflectância difusa na faixa do visível, para obtenção dos valores de matiz, valor e croma. A partir destes constituintes da cor, foi calculado o índice de avermelhamento para cada amostra. Foram desenvolvidos modelos para avaliar o efeito de cada componente da cor sobre a erodibilidade em sulcos e entressulcos. Esses componentes apresentaram R2 que variou de 0,37 a 0,70. Os modelos gerados obtiveram R2 de 0,70 e 0,73, para entressulcos e sulcos, respectivamente. A cor do solo determinada por espectroscopia de reflectância difusa pode ser utilizada como método alternativo para estimar o coeficiente de erodibilidade de Argissolos Amarelos coesos.

  19. Biodisponibilidade de metais pesados em solos do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Claudia das Neves Costa

    2005-01-01

    O impacto da contaminação e/ou poluição do solo por metais pesados deve ser avaliado não somente pela concentração total dos metais, mas sobretudo pela sua biodisponibilidade, sendo esta uma propriedade relacionada com a mobilidade no solo e absorção pelas plantas. Assim, este estudo teve por objetivo avaliar, mediante extrações químicas seqüenciais e atividade das espécies dos metais em solução, preditas pelo modelo MinteqA2, a biodisponibilidade dos metais cádmio, chumbo, cobre, níquel e zi...

  20. Sistemas de manejo do solo na recuperação de uma pastagem degradada em Rondônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Afrânio Ferreira Neves Junior

    2013-02-01

    Full Text Available Na região amazônica, pastagens formadas e conduzidas de forma inadequada perdem a produtividade durante os primeiros anos em razão de superpastejo, ausência de adubação e de manutenção e emprego de espécies inadequadas para as condições edafoflorísticas da região. O objetivo deste estudo foi quantificar as modificações ocasionadas por diferentes sistemas de manejo nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, sob pastagem degradada no Estado de Rondônia, RO. Os sistemas de manejo utilizados nos tratamentos foram: T = testemunha; G = gradagem + NPK + micronutrientes; H = herbicida + NK + micronutrientes; A = plantio direto de arroz + NPK + micronutrientes; e S = plantio direto de soja + NPK + micronutrientes. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Para avaliar os tratamentos, amostras com estrutura indeformada foram coletadas em três profundidades (0-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m para determinar a curva de retenção da água no solo, densidade do solo, resistência do solo à penetração de raízes, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, estimativa do intervalo hídrico ótimo (IHO, densidade máxima do solo (Dsmax e densidade relativa do solo (Dsrel. Os sistemas de manejo do solo adotados na recuperação da pastagem não proporcionaram melhorias significativas nos atributos físicos do solo, 40 meses após a implantação dos tratamentos. Em todos os sistemas de manejo, foram encontrados valores de densidade do solo acima do considerado ideal (1,40 Mg m-3 e abaixo do crítico (1,75 Mg m-3. Todos os sistemas de manejo apresentaram valores de densidade do solo relativa (Dsrel acima do valor adotado como crítico (Dsrel = 86 %, exceto no sistema em que foi realizado o preparo do solo na profundidade de 0-0,10 m. A qualidade física do solo, avaliada pelo IHO, diminuiu com o aumento da profundidade do solo.

  1. Produção e qualidade de rosas em razão de doses de boro aplicadas no substrato

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antônio Zanão Júnior

    2014-04-01

    Full Text Available Muitos trabalhos têm demonstrado os efeitos da aplicação do boro (B em variadas culturas; entretanto, poucos registros demonstram seus efeitos na produção de rosas. Objetivou-se com este experimento avaliar os efeitos de doses de B na produção e qualidade de rosas (Rosa hybrida cv. Shiny Terrazza® em vaso. Os tratamentos foram cinco doses de B (0, 1, 4, 8 e 16 mg kg-1, aplicadas no substrato, em delineamento de blocos casualizados, com cinco repetições. Foram avaliados: número de flores por planta; número de folhas por haste floral; produção de matéria seca de raízes, folhas e flores; altura da planta; número de dias para o florescimento; comprimento do botão floral; e diâmetro e longevidade floral. Além disso, foram determinados os teores foliares de clorofila total e B e os sintomas de toxidez desse elemento. Verificou-se efeito significativo das doses de B na maioria das variáveis avaliadas, excetuando-se a altura das plantas, o número de flores por planta, a longevidade floral e a produção de matéria seca de raízes. O teor foliar de B aumentou linearmente em função das doses desse elemento. Houve incremento na produção e qualidade das flores com a aplicação do B, com redução do número de dias para o florescimento. Foram verificados sintomas de toxidez causado pelo B a partir da dose de 4 mg kg-1. Esses sintomas foram caracterizados por manchas do tipo encharcamento, iniciando nas margens do limbo foliar, com essas evoluindo para clorose e posterior necrose; na maior dose ocorreu queda de folhas. Essa queda foi responsável pela diminuição do número de folhas por haste no final do ciclo, a partir da dose de 8 mg kg-1 de B. As plantas com sintomas de toxidez apresentaram teores foliares de B acima de 200 mg kg-1, enquanto as sadias (controle, de 65 a 89 mg kg-1.

  2. Formigas como bioindicadores da qualidade do solo em sistema integrado lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Aparecido Crepaldi

    2014-05-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a comunidade de formigas em sistemas envolvendo a rotação entre lavoura e pecuária, sob plantio direto, comparado a outros sistemas de manejo e com sistemas naturais da região. O estudo foi conduzido no Município de Dourados, MS, sob Argissolo Vermelho distroférrico típico, num sistema integrado lavoura-pecuária, em plantio direto, rotacionado a cada dois anos. Outros sistemas de manejo avaliados, para comparação, incluíram o sistema convencional (aração e gradagem, sistema plantio direto e pastagem cultivada continuamente com Brachiaria decumbens, além de dois fragmentos de vegetação nativa, nos biomas Cerrado e Floresta Semidecídua. A coleta de solo foi realizada no período chuvoso (safra 2009/2010, sendo as amostragens de serapilheira realizadas com a utilização de extratores do tipo mini-Winkler, seguindo o protocolo ALL (Ants of the Leaf Litter. Os resultados indicaram morfoespécies de Strumygenys sp. e Hypoponera sp. como potencial bioindicadores de qualidade do solo. O estudo demonstrou que a importância da manutenção de fragmentos florestais (Cerrado e Floresta Semidecídua e implementação de sistemas integrados, tais como lavoura-pecuária, são menos impactantes para a mesofauna de solo e contribuem para a conservação da diversidade de formigas e manutenção da qualidade do solo.

  3. A incorporação de calcário em sistema plantio direto consolidado reduz o estoque de carbono em macroagregados do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Yagi

    2014-11-01

    Full Text Available Estoques de carbono em macroagregados do solo possuem relação com a taxa de sequestro de C no solo em sistema plantio direto. Objetivou-se avaliar os estoques de carbono em macroagregados (12,5-19,0mm em função do revolvimento ocasional e/ou da calagem de um Latossolo Vermelho Distroférrico típico textura muito argilosa, sob sistema plantio direto há 17 anos em Pato Branco, sudoeste do Paraná. A partir de outubro de 2009, foi avaliado um experimento em parcelas sub-subdivididas, tendo como parcelas, épocas de amostragens após 6, 12 e 20 meses do revolvimento do solo e/ou calagem; nas subparcelas, manejos de solo, sem e com revolvimento do solo com uma aração e uma gradagem; e, nas sub-subparcelas, níveis de calagem, sem e com calcário para elevar o índice de saturação por bases para 70%. Dos 6 aos 12 meses, a aplicação de calcário em superfície ou incorporado aumentou os estoques de C dos macroagregados na camada de 0,10-0,20m. Após 20 meses, a incorporação de calcário em solo reduziu os estoques de C dos macroagregados somente na camada de 0-0,10m. Assim, a calagem na superfície é fundamental para a manutenção e aumento dos estoques de C em macroagregados de solo sob sistema plantio direto, mantendo-o consolidado

  4. Suprimento e absorção de fósforo em solos submetidos a diferentes sistemas de preparo

    OpenAIRE

    Alaerto Luiz Marcolan

    2006-01-01

    A absorção de fósforo é determinada por processos e mecanismos que integram o seu fluxo no sistema solo-planta que, por sua vez, são afetados por fatores de solo e de planta, os quais podem ser descritos por modelos de simulação. Este trabalho teve por objetivo verificar o efeito dos fatores de solo e de planta que atuam na liberação, no suprimento e na absorção de fósforo e no crescimento da soja, em solos com diferentes características difusivas em plantio direto e preparo convencional, e s...

  5. Determinação da permeabilidade ao ar em amostras indeformadas de solo pelo método da pressão decrescente

    OpenAIRE

    Silva,Álvaro Pires da; Leão,Tairone Paiva; Tormena,Cássio Antonio; Gonçalves,Antonio Carlos Andrade

    2009-01-01

    A permeabilidade do solo ao ar (Ka) determina o fluxo convectivo de gases na matriz do solo e a troca de gases na interface do sistema solo-atmosfera, influenciando diretamente a qualidade do ambiente físico para o crescimento de plantas e a taxa de ocorrência de processos dependentes da concentração de gases no solo. A Ka pode ser estimada por um método simplificado baseado em uma modificação da lei de Darcy para fluxo de gases no solo em pressão decrescente. Os objetivos deste trabalho fora...

  6. Doses de boro e crescimento radicular e da parte aérea de cultivares de arroz de terras altas Influence of boron addition on growth of roots and shoot of upland rice crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano Corulli Corrêa

    2006-12-01

    Full Text Available O crescimento radicular é favorecido em condições adequadas de disponibilidade de boro no solo e, por isto, a aplicação da dose correta desse micronutriente é de grande importância, para que não ocorra prejuízo no desenvolvimento e na produtividade da cultura de arroz de terras altas, de acordo com a variedade e tipo de solo. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência das doses de boro no crescimento radicular e da parte aérea, em três cultivares de arroz de terras altas. O experimento foi realizado em casa de vegetação, em vaso com capacidade de 10 L, que continha 8 dm³ de solo Latossolo Vermelho distrófico, sendo o delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 3, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram de três cultivares (Caiapó, Primavera e Maravilha e três doses de boro (0, 3 e 6 mg dm-3, usando, como fonte, o bórax. A dose de 6 mg dm-3 foi prejudicial tanto à produção de matéria seca da parte aérea como de raiz para o arroz de terras altas. Além de apresentar maior capacidade de absorção de boro, o cultivar Maravilha apresentou-se mais tolerante à elevação da disponibilidade de B no solo, não ocorrendo alterações de comprimento, diâmetro e superfície radicular.Appropriate boron (B availability in soils favors root growth, and a sufficient supply of this micronutrient is very important for adequate rice development and yield in upland fields, depending on the cultivars and soil type. This study aimed at evaluating the influence of B addition on growth of roots and shoot of three upland rice cultivars. The experiment was carried out in a greenhouse, in 10 L pots containing 8 kg of an Hapludox; the experiment was in a completely random 3 x 3 factorial design, with four replications. The treatments consisted of three rice cultivars (Caiapó, Primavera, and Maravilha and three B rates (0, 3 and 6 mg dm-3, as borax. The B rate of 6 mg dm-3 boron was

  7. Óxidos de manganês em solos do quadrilátero ferrífero (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amaury de Carvalho Filho

    2011-06-01

    Full Text Available A mineralogia dos óxidos de Mn é muito variada e complexa, devido ao grande número de minerais e ao conhecimento inexato de algumas de suas estruturas. Devido à escassez de trabalhos que tratam especificamente de óxidos de Mn em solos brasileiros e seu conteúdo muito elevado em alguns solos do Quadrilátero Ferrífero (MG, este estudo objetivou caracterizar a química e a mineralogia desses óxidos nos solos dessa região, estratificando-os conforme os materiais de origem e posições na paisagem. O trabalho foi desenvolvido em uma área representativa do Quadrilátero Ferrífero, referente à Área de Proteção Ambiental da Região Metropolitana de Belo Horizonte - APA Sul RMBH, com extensão de 1.625,32 km²; a amostragem foi direcionada para a caracterização de solos com elevado teor de Mn, relacionados a três materiais de origem distintos: itabiritos, dolomitos ferruginosos e serpentinitos, tendo sido incluídos ainda alguns solos provenientes de outros materiais de origem, dentro do Quadrilátero. Alguns solos do Quadrilátero Ferrífero possuem teores de Mn na fração terra fina extraordinariamente elevados, principalmente aqueles relacionados aos dolomitos ferruginosos da Formação Gandarela. Foram identificados diversos minerais de Mn na fração argila dos solos, sem quaisquer pré-tratamentos de concentração, representados por todoroquita, litioforita e, ainda, pirolusita. A influência do material de origem no contexto deste estudo foi superior àquela da posição na paisagem e grau de intemperismo de solos ricos em Mn.

  8. Geometria fractal em física do solo Fractal geometry in soil physics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O.O.S. Bacchi

    1993-09-01

    Full Text Available A geometria fractal tem sido aplicada nos mais diversos ramos da ciencia, mostrando grande potencial na descrição de estruturas altamente complexas. A sua aplicação em ciência do solo tem despertado grande interesse e vem se intensificando nos últimos anos. Apesar da sua divulgação através da literatura científica internacional, de conhecido acesso por parte dos pesquisadores brasileiros, o assunto parece não ter merecido ainda a nossa atenção, a contar pela ausência do tema em nossas revistas especializadas. Tratamos aqui da conceituação básica dessa nova abordagem e de algumas aplicações em física do solo.Fractal geometry has been applied on different branches of science, showing high potential in describing complex structures. Its applications in soil science have received large attention and have been intensified in the last few years. Inspite of the large number of internationally published papers, the subject seems not having received the same attention by Brazilian soil scientists, as verified by the absence of the subject in our scientific journals. This paper presents the basic concepts of this new tool and some of its applications in soil physics.

  9. FAUNA DO SOLO EM ÁREAS COM Eucalyptus spp. E Pinus elliottii, SANTA MARIA, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2000-10-01

    Full Text Available Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  10. Qualidade física do solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados sob diferentes sistemas de uso e manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antônio Maior Bono

    2013-06-01

    Full Text Available A busca de sistemas de manejo do solo como aqueles que integram lavoura e pecuária, visando à recuperação e, ou, manutenção da qualidade do solo, é fundamental para o manejo sustentável da agropecuária. A hipótese deste estudo é que o uso do solo em sistema de integração lavoura-pecuária melhora as suas propriedades físicas, contribuindo dessa maneira para uma exploração agrícola sustentável do solo na região sudoeste do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes sistemas de manejo em algumas propriedades físicas de um solo na região dos Cerrados. O solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, na região do Cerrado, onde foram avaliados os seguintes sistemas de manejo: solo sob vegetação natural; solo com implantação de lavoura de soja durante um ano e seguido de três anos de pastagens; solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas a densidade do solo, a resistência do solo à penetração e a estabilidade dos agregados em água, no período de 1995 a 2006. O uso do solo com a forrageira BRACHIARIA DECUMBENS como pastagem contínua proporcionou menor impacto nas propriedades físicas do solo, em relação aos manejos com integração lavoura-pecuária e lavoura contínua.

  11. COMPORTAMENTO DE HERBICIDA EM SOLO DE VÁRZEA COM DRENAGEM SUBTERRÂNEA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CRUCIANI D.E.

    1996-01-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento de herbicidas é fundamental na avaliação de sua eficácia na agricultura e na compreensão do impacto ambiental causado por estes produtos químicos. A drenagem do solo pode influir no comportamento do herbicida pois pode atuar como fator modificador de sua mobilidade, transporte, arraste superficial e infiltração no solo e consequentemente, da contaminação de águas subterrâneas. A presente pesquisa teve por objetivo verificar o efeito de um sistema de drenagem subterrâneo sobre o arraste lateral, lixiviação e contaminação do lençol freático pelo herbicida trifluralina aplicado em pré-emergência na cultura do milho. Os resultados obtidos das avaliações efetuadas na superfície do solo, na profundidade de 0 - 15 cm e na água de drenagem permitiram concluir, principalmente, que a drenagem subterrânea funciona como redutor da lixiviação superficial do herbicida, diminuindo assim os riscos de contaminação ambiental.

  12. Fatores envolvidos na supressividade a Rhizoctonia solani em alguns solos tropicais brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. A. Rodrigues

    1998-06-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação, na Universidade Federal de Uberlândia, no período de março a agosto de 1995, visando determinar, em sete classes de solo, a supressividade ao fungo Rhizoctonia solani e estudar o possível relacionamento dessa característica com a mineralogia, propriedades físicas e químicas e populações de fungos do solo. Após proceder à inoculação dos solos com R. solani, multiplicada em grãos de sorgo autoclavados, observou-se que o índice de doença em plântulas de soja aumentou em todos eles. Tal índice foi sempre maior na camada de 0-20 cm, associando-se com o maior teor de matéria orgânica, com exceção do Solo Orgânico eutrófico (SOe, o qual apresentou um índice de doença similar nas duas profundidades (0-20 e 20-40 cm. O efeito supressivo a R. solani, observado no material do Plintossolo distrófico (PTd e no Latossolo Vermelho-Escuro álico (LEa, relacionou-se com a textura muito argilosa, com a alta saturação por alumínio e com a vegetação (fase cerrado, mesmo com a ausência de Trichoderma spp. Os materiais do Solo Orgânico eutrófico (SOe, do Latossolo Roxo distrófico (LRd e da Terra Roxa Estruturada eutrófica (TRe apresentaram maior conducividade a R. solani , possivelmente relacionada com o caráter eutrófico e com o teor da matéria orgânica, decorrente do tipo de cobertura vegetal (fase vegetação. O material do Latossolo Vermelho-Escuro álico textura média (LEam e o do Latossolo Vermelho-Amarelo álico (LVa mostraram comportamento intermediário. O índice de doença correlacionou-se negativamente com a saturação por alumínio e teor de argila e positivamente com a saturação de bases (V e com o pH. A mineralogia parece não ter influência direta na supressividade ou conducividade dos solos estudados, provavelmente por variar apenas no que se refere às formas de óxidos de ferro.

  13. Lixiviação de metais pesados em solos tratados com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. I. Bertoncini

    1999-09-01

    Full Text Available Foi realizado um experimento em tubos de percolação, utilizando-se três solos, classificados como Areia Quartzosa (AQ, Latossolo Vermelho-Amarelo (LV e Latossolo Vermelho-Escuro (LE, aos quais foram incorporadas sucessivas quantidades de lodo de esgoto, totalizando uma dose correspondente a 156,0 t ha-1 (base seca, num período de incubação de 310 dias. Após este período, os solos foram tratados com água ou com soluções de sais (KCl 0,9 mol L-1; KNO3 0,9 mol L-1; K2SO4 0,3 mol L-1 e Ca(NO32 0,3 mol L-1, adicionadas em quantidade correspondente a quatro vezes a capacidade de retenção de água dos solos. No líquido percolado pela passagem das soluções salinas, foram determinadas as quantidades de Cd, Cr, Cu, Ni e Zn presentes e, no percolado obtido com a passagem de água, além dos metais anteriormente citados, foram determinadas também as quantidades de Ca2+ e Mg2+. Os resultados permitiram observar que a adição de KCl provocou o arraste de 5% do Cd adicionado via lodo aos solos LV e LE; para os outros sais utilizados e para a água, esse arraste nunca foi superior a 2% do metal pesado adicionado via lodo. A retenção de Cd, Cu, Cr e Ni aumentou com a elevação dos teores de óxidos de Fe e Al presentes nos solos. Os elevados valores de pH e o aumento no teor de matéria orgânica proporcionado pela adição de lodo refletiram também na menor mobilidade dos metais. Os sais KCl e K2SO4 aumentaram a mobilidade de alguns dos metais estudados.

  14. Geomorfologia, potencial erosivo e fertilidade dos solos cultivados com laranja lima em Santana do Mundaú - AL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Thales Pantaleão Ferreira

    2013-01-01

    Full Text Available As características geomorfológicas do relevo têm relevante importância nos processos erosivos do solo. A erosão trata-se de um processo natural importante para evolução da paisagem, contudo a erosão acelerada devido ao uso irregular do solo gera inúmeros problemas sociais e ambientais. O presente trabalho teve como objetivo, analisar a relação entre a geomorfologia, potencial erosivo e fertilidade dos solos cultivados com laranja lima em Santana do Mundaú-AL. Foram confeccionados mapas de declividade, altitude e solos; levantamento de dados fotográficos; realizadas análises para caracterização física e química dos solos em seis pomares. A combinação de vários fatores tais como: sistema de plantio do tipo “morro abaixo”, de transporte, predominância de relevo ondulado a fortemente ondulado, presença de solos do tipo Argissolo e ausência de práticas conservacionistas de conservação do solo favorecem a ação dos agentes erosivos do solo e perda da fertilidade nas áreas cultivadas com laranja lima. Quanto aos teores de nutrientes verifica-se que Cigarra > Cocal I > Cocal II > Chã de Areia II > Chã de Areia I > Jussara. Os dois últimos pomares necessitam principalmente de adubação que eleve os teores de Ca2+ e K+ respectivamente. Os baixos teores de matéria orgânica e muito baixos de fósforo nos solos são os principais limitantes à produção agrícola dos pomares estudados

  15. Banco de sementes do solo em três fases sucessionais de uma Floresta Estacional Decidual em Santa Tereza, RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Solon Jonas Longhi

    2010-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o banco de sementes no solo e compreender aspectos da dinâmica sucessional de Floresta Estacional Decidual, foram coletadas 60 amostras de 1 m2 no final de cada estação do ano, em três estágios sucessionais (Capoeirão, Floresta Secundária e Floresta Madura. Em cada ponto amostral, foi coletado o folhedo e os primeiros 3 cm de solo. No Centro Tecnológico de Silvicultura da UFSM o material foi posto para germinar, separadamente, em canteiros de madeira de 1 m2, que continham 5 cm de solo de horizonte B como substrato. Os canteiros foram cobertos com sombrite de 50% de sombreamento para o Capoeirão, 70% para a Floresta Secundária e 80% para a Floresta Madura. Foram feitas avaliações qualitativas e quantitativas, por espécie e unidade amostral, 20 dias após a instalação no viveiro e posteriormente a cada 30 dias. Foram calculadas a freqüência e densidade relativas e o Índice de Diversidade de Shannon. Encontraram-se 216 indivíduos, sendo a maioria deles na Floresta Madura, a qual também apresentou a maior riqueza florística. Nas três subseres, houve predominância de espécies secundárias iniciais. A estação de primavera apresentou a maior abundância de espécies, porém, no verão ocorreu a maior densidade de indivíduos por área.

  16. BANCO DE SEMENTES DO SOLO EM TRÊS FASES SUCESSIONAIS DE UMA FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL EM SANTA TEREZA, RS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Julio César Wojciechowski

    2005-09-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o banco de sementes no solo e compreender aspectos da dinâmica sucessional de Floresta Estacional Decidual, foram coletadas 60 amostras de 1 m2 no final de cada estação do ano, em três estágios sucessionais (Capoeirão, Floresta Secundária e Floresta Madura. Em cada ponto amostral, foi coletado o folhedo e os primeiros 3 cm de solo. No Centro Tecnológico de Silvicultura da UFSM o material foi posto para germinar, separadamente, em canteiros de madeira de 1 m2, que continham 5 cm de solo de horizonte B como substrato. Os canteiros foram cobertos com sombrite de 50% de sombreamento para o Capoeirão, 70% para a Floresta Secundária e 80% para a Floresta Madura. Foram feitas avaliações qualitativas e quantitativas, por espécie e unidade amostral, 20 dias após a instalação no viveiro e posteriormente a cada 30 dias. Foram calculadas a freqüência e densidade relativas e o Índice de Diversidade de Shannon. Encontraram-se 216 indivíduos, sendo a maioria deles na Floresta Madura, a qual também apresentou a maior riqueza florística. Nas três subseres, houve predominância de espécies secundárias iniciais. A estação de primavera apresentou a maior abundância de espécies, porém, no verão ocorreu a maior densidade de indivíduos por área.

  17. Modelagem da Densidade do Solo em Profundidade sob Vegetação Nativa em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduane José de Pádua

    2015-06-01

    Full Text Available A densidade do solo (Ds é um importante indicador da qualidade física do solo, mas há pouca disponibilidade de informações sobre seus valores a maiores profundidades em razão da dificuldade amostral envolvida. Portanto, funções de pedotransferência têm sido utilizadas para estimar a Ds com relativo êxito, mas ainda sem especificidade aos diferentes biomas brasileiros. O objetivo deste trabalho foi desenvolver funções matemáticas capazes de descrever a Ds até 1 m de profundidade em áreas de vegetação nativa das regiões central e sul de Minas Gerais. A Ds foi amostrada pelo método do anel volumétrico em 53 perfis de solo de diferentes ordens, em seis profundidades (0-5, 5-10, 10-20, 30-40, 50-60 e 90-100 cm. A Ds variou entre 0,66 e 1,74 kg dm-3, com média de 1,25 kg dm-3, e foi geralmente menor nas camadas de 0-5 e 5-10 cm. Por meio de regressão linear múltipla (stepwise, foram gerados modelos com base nas propriedades químicas de rotina e granulometria, que permitiram estimar a Ds até 1 m de profundidade. Os teores de C orgânico do solo, areia, silte e argila e a capacidade de troca catiônica potencial (T foram as variáveis de maior relevância nos modelos, que alcançaram maior acurácia para a ordem Latossolos (R2ajust = 0,85, seguida por Cambissolos (R2ajust = 0,69, Nitossolos (R2ajust = 0,67 e Argissolos (R2ajust = 0,51. Uma vez que a modelagem para a base de dados completa atingiu R2ajust de 0,50, pode-se concluir que a estratificação por ordem taxonômica foi útil para melhorar os ajustes obtidos, com exceção da ordem Argissolo.

  18. Produtividade da cultura da pinha (Annona squamosa L. em função de níveis de adubação nitrogenada e formas de aplicação de boro Yield of sugar apple (Annona squamosa L. in function of nitrogen fertilization and forms of application of boron

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SELMA LOPES DA COSTA

    2002-08-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estudar a influência da adubação com 4 doses de N (0; 100; 200 e 400 g planta-1, utilizando a uréia, e 3 formas de aplicação do boro (via foliar, via solo e sem B, utilizando o ácido bórico, na produtividade, no número, peso médio, diâmetro e comprimento dos frutos, no crescimento e no diâmetro dos ramos, na percentagem de frutos brocados e rachados. As adubações com boro e nitrogênio aumentaram a produtividade e o número de frutos, não se observando variação no diâmetro e no comprimento dos frutos. Houve variação no peso médio de fruto em função do N. O adubo nitrogenado aumentou o número de flores e de frutos e a porcentagem de frutos. As doses de N e as formas de aplicação de B não influenciaram as porcentagens de frutos brocados e rachados.The objective of the research was study the influence of nitrogen fertilization, and three forms of boron application (without boron, boron in the soil and boron on the leaves, on the productivity and the number, average weight, diameter and length of the fruits, as well as on the growth and diameter of the branches, on the percentage of borne. Four doses of N (0, 100, 200 and 400 g plant-1 were applied.The urea and boric acid were used as N and B source, respectively. The nitrogen and boron fertilizations enhanced the productivity and the number of fruits. No variation was observed either in the diameter or length of fruits. The average fruit weight varied in function of the N. The nitrogen fertilization increased the fruit yield. Neither nitrogen fertilization nor the method of B application affected the percentages of borne and split fruits.

  19. Propriedades físicas de solo e crescimento de batata-doce em diferentes sistemas de preparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amarílis Beraldo Rós

    2013-02-01

    Full Text Available Trabalhos sobre preparo reduzido em solos cultivados com raízes e tubérculos são escassos e controversos. Assim, este trabalho teve por objetivo avaliar o impacto de sistemas de preparo em propriedades físicas de um Argissolo Vermelho-Amarelo e no crescimento de raízes tuberosas de batata-doce. Para avaliação das propriedades físicas do solo, foi instalado experimento em blocos ao acaso, esquema de parcelas subdivididas. As parcelas corresponderam aos tratamentos: preparo convencional, com confecção de leiras, e preparo reduzido, com manutenção de palhada superficial e as subparcelas, às épocas de coleta: 120 e 180 dias após o plantio (DAP da cultura de batata-doce. Foram avaliados os atributos físicos densidade do solo, porosidade total, macro e microporosidade, resistência do solo à penetração e umidade gravimétrica do solo. Para avaliação do crescimento de raízes tuberosas de batata-doce, montou-se experimento em que as parcelas corresponderam às formas de manejo do solo, e as subparcelas às quatro épocas de colheita: 90, 120, 150 e 180 DAP. Avaliaram-se as relações comprimento/diâmetro e massa fresca individual/comprimento de raízes tuberosas. O preparo convencional do solo com confecção de leiras, em oposição ao preparo reduzido, promoveu menores valores de densidade do solo, resistência do solo à penetração e microporosidade, maiores valores de porosidade total e macroporosidade; proporcionou menor manutenção de água na camada superior do solo (0-0,15 m; e permitiu maior crescimento vertical de raízes tuberosas de plantas de batata-doce.

  20. Análise de resistência ao cisalhamento de interface em caldas de cimento e caldas de solo-cimento para utilização em solos grampeados

    OpenAIRE

    Juliana Maria Félix de Lima

    2009-01-01

    Dentre as técnicas de reforço de solos, o solo grampeado têm se destacado em âmbito mundial devido a sua versatilidade e eficiência na estabilização de taludes de escavação por meio do reforço do solo \\"in situ\\", através da introdução de gramposno meio a ser estabilizado. A resistência ao cisalhamento na interface solo-grampo é um dos parâmetros mais importantes a serem analisados. Esta pode ser obtida por meio de ensaios de arrancamento. No entanto, como estes ensaios devem serexecutados du...

  1. Mineralização de nitrogênio em solo tropical tratado com lodos de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Boeira Rita Carla

    2002-01-01

    Full Text Available A mineralização do N orgânico é um dos principais fatores que determinam as quantidades de lodos de esgoto (LE a aplicar em solos. O objetivo deste trabalho foi quantificar, em laboratório, o potencial de mineralização de N orgânico num Latossolo Vermelho distroférrico, tratado com dois LE anaeróbios, um de origem estritamente urbana (Franca, SP e outro com presença de despejos industriais (Barueri, SP. Os LE foram aplicados ao solo em doses de 1,5, 3, 6 e 12 g kg-1 (Franca e 4, 8, 16 e 32 g kg-1 (Barueri, e o tempo de incubação foi de 15 semanas. O acúmulo de N inorgânico no solo ao final da incubação foi proporcional às quantidades de N orgânico adicionadas. O potencial de mineralização estimado pelo modelo exponencial simples foi de 24 mg kg-1 de N no solo sem lodo, e variou entre 44 e 265 mg kg-1 de N no solo tratado com os lodos. A fração de mineralização potencial do N orgânico dos lodos foi estimada em 31%. A mineralização foi mais lenta no solo tratado com as duas maiores doses do LE de Barueri. Os dois lodos acidificaram o solo; o de Franca causou acidificação mais intensa que o de Barueri.

  2. Banco de sementes do solo e serapilheira acumulada em floresta restaurada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aurino Miranda Neto

    2014-08-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar o banco de sementes do solo e a serapilheira acumulada em uma floresta restaurada por meio de plantio, com 40 anos, em Viçosa, MG. Foram alocadas 16 parcelas contíguas de 25 x 25 m, cobrindo toda a área da floresta (1 ha. Em cada parcela, foram coletadas cinco amostras de solo superficial (0,30 x 0,30 x 0,05 m para avaliação do banco de sementes pelo método de germinação e uma amostra de 1,0 m² de serapilheira para avaliação da serapilheira acumulada. Foi realizada a classificação dos indivíduos e espécies de plântulas registrados do banco de sementes quanto à categoria sucessional, síndrome de dispersão e hábito de vida. Foram registradas 5.555 plântulas pertencentes a 32 famílias e 93 espécies e um morfotipo que reuniu todas as trepadeiras. Registrou-se o predomínio de síndrome de dispersão zoocórica e, quanto ao hábito de vida, maior percentual de ervas, em nível de espécie (48,6% e de indivíduo (44,8%. Entre as espécies arbustiva-arbóreas, observou-se maior percentual da categoria sucessional pioneira, em nível de espécie (75,1% e de indivíduo (85,1%. A serapilheira média acumulada foi de 3.432 kg ha-1, com a fração foliar representando 65% e correlação significativa com a área basal (p = 0,031; R² = 0,29 do estrato arbóreo. Os resultados indicam que o banco de sementes do solo da floresta restaurada, após 40 anos de sua implantação se assemelha, quanto as relações ecológicas, às áreas de floresta estacional semidecidual na mesma região e a outras áreas restauradas que também foram utilizados plantio de mudas.

  3. Teor de mercúrio em solos do Rio Grande do Sul

    OpenAIRE

    Regina Felisberto

    2010-01-01

    A utilização indiscriminada e a disposição inadequada de resíduos de mercúrio (Hg) têm causado grandes danos ao ambiente. Para que sejam possíveis ações mais efetivas de controle destas situações, é necessário que se recorra ao monitoramento dos sistemas ambientais e, para tal, é fundamental que se conheça melhor a ocorrência deste elemento em ambientes naturais. Assim, este trabalho objetivou a determinação dos teores basais de Hg total em solos do estado do Rio Grande do Sul e sua relação c...

  4. Extratores para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos adubados com vermicomposto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mantovani José Ricardo

    2004-01-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram selecionar extratores químicos para avaliação da disponibilidade de metais pesados em solos tratados com vermicomposto de lixo urbano e calcário, e verificar os efeitos destes insumos nos teores disponíveis de metais pesados em solos. Foram realizados dois ensaios em casa de vegetação. Em um deles, foi usado um Latossolo Vermelho distroférrico e, no outro, um Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico, e, em ambos, a alface foi utilizada como planta-teste. O delineamento experimental de cada experimento foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5x5, com quatro repetições, combinando-se doses de corretivos da acidez para elevar a saturação por bases a 40%, 50%, 60%, 70% e 80%, e o equivalente a 0, 25, 50, 75 e 100 t ha-1 de vermicomposto. Os extratores DTPA e Mehlich 3 detectam aumento nos teores de Ni, Pb, Cu e Zn em solos argiloso e arenoso adubados com vermicomposto de lixo urbano. O DTPA é mais eficiente que os extratores Mehlich 1 e Mehlich 3 na avaliação das alterações nos teores disponíveis dos metais pesados provocadas pelas mudanças no pH no solo argiloso. O Mn é o único elemento cuja disponibilidade é avaliada eficientemente tanto no solo argiloso como no arenoso, pelo DTPA.

  5. Carbono, nitrogênio, fósforo e enxofre em solos tratados com composto de lixo urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. H. Abreu Junior

    2002-09-01

    Full Text Available Foram estudados os efeitos da aplicação de composto de lixo urbano, proveniente da usina de compostagem São Matheus da cidade de São Paulo, na dose de 30 g dm-3 (60 t ha-1, na presença e ausência de calcário dolomítico e adubos minerais, sobre os teores de carbono orgânico, de nitrogênio total e de fósforo e enxofre disponíveis de 21 solos ácidos e cinco solos alcalinos, onde o calcário foi substituído por gesso. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação com os solos nas parcelas em blocos ao acaso, com três repetições e os tratamentos em subparcelas. O acúmulo de matéria orgânica, em virtude da aplicação do composto, foi evidente em solos com teores iniciais de carbono orgânico > 12 g dm-3 e de nitrogênio > 1,3 g dm-3, porém com relação C/N < 12. Nos demais solos, o acúmulo foi decorrente da interação entre a estabilidade da matéria orgânica do composto, da matéria orgânica nativa e as propriedades físicas e químicas dos solos. A aplicação do composto aumentou os teores de nitrogênio total e de enxofre disponível em todos os solos, porém o fósforo disponível somente foi aumentado nos solos ácidos. A aplicação do composto de lixo urbano como fertilizante orgânico é viável, porém seus efeitos sobre as propriedades químicas do solo devem ser monitorados.

  6. Dissipação de simazina em solo por ação de minhocas (Eisenia foetida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Papini

    2001-09-01

    Full Text Available O solo abriga grande diversidade de organismos macroscópicos e microscópicos, que competem entre si pelos recursos disponíveis. Visando ao aumento da produtividade agrícola, utilizam-se, cada vez mais, fertilizantes e pesticidas que provocam alterações no ambiente edáfico. Dentre os organismos macroscópicos, destacam-se as minhocas, pela quantidade e importância nas características do solo. Determinou-se a CL50(14 dias e avaliou-se a ação de minhocas na persistência, transformação e bioacumulação de simazina a partir de solo tratado com o herbicida. As minhocas foram sensíveis à simazina [CL50(14 dias de 54 mg IA kg-1 de solo], acumularam o produto ou seus metabólitos em seus tecidos (FB = 1,03, quando expostos a concentrações menores que a CL50, e diminuíram a formação de resíduos ligados ao solo (cerca de 23 e 33% em solos com e sem minhocas, respectivamente.

  7. Efeitos Tóxicos de Arsênio em Eisenia Andrei em Exposição a Solos do Entorno de Minerações de Ouro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Henrique Alves

    2015-06-01

    Full Text Available Os produtos das atividades de mineração têm grande relevância econômica no Estado de Minas Gerais, Brasil. No entanto, seus inúmeros danos à biota, incluindo a fauna edáfica, resultam na necessidade de recuperação e biomonitoramento dessas áreas e do seu entorno. Considerando a importância ecológica e o potencial bioindicador das minhocas, o objetivo deste estudo foi avaliar a toxicidade de arsênio presente em solos do entorno de minerações de ouro, nas bacias dos rios Doce e São Francisco, a oligoquetas da espécie Eisenia andrei Bouché. Amostras de solos dessas áreas foram caracterizadas em relação às suas propriedades físicas e químicas, incluindo os metais Fe, Al, Cu, Ni, Zn e Mn e do metaloide As; com elas, foram conduzidos bioensaios, que avaliaram a sobrevivência, reprodução e variação da biomassa dos organismos. Também foram realizados testes de sensibilidade dessa espécie ao As adicionado a solo artificial tropical e em solo natural. Houve evidente efeito tóxico sobre a reprodução dessa espécie, que esteve altamente correlacionado com as concentrações de As nas amostras (r = -0,80. Amostras de solos naturais de locais avaliados nas duas áreas apresentaram concentrações de As acima do limite estipulado pela Resolução Conama nº 420 de 2009, chegando a 2.388,2 mg kg-1. A CL50 do As em solo artificial tropical (207,4 mg kg-1 foi seis vezes menor que a do solo natural (1.248,1 mg kg-1. A menor biodisponibilidade do As nos solos naturais foi atribuída a sua associação com o minério de Fe presente nas amostras. Concluiu-se que os solos do entorno de áreas de mineração causaram toxicidade crônica a E. andrei, em termos de sua reprodução, o que demonstrou o potencial de danos dessas atividades sobre a fauna edáfica dessas áreas. O estudo também forneceu informações ecotoxicológicas que podem ser úteis em avaliações de risco ambiental em solos tropicais.

  8. DETERMINAÇÃO DE ELEMENTOS TRAÇOS EM CARBETO DE BORO DE ALTA PUREZA POR SS-GFAAS E COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA COM RESULTADOS DE DIFERENTES PROCEDIMENTOS DE DECOMPOSIÇÃO

    OpenAIRE

    Edson Irineu Müller

    2008-01-01

    Neste trabalho é proposto um procedimento para determinação de Al, Cr, Cu, Mg, Mn e Ni em amostras de carbeto de boro por espectrometria de absorção atômica com forno de grafite utilizando amostragem de sólidos (SS-GFAAS). As amostras, ESK e PL360, foram decompostas utilizando diferentes procedimentos de decomposição: via úmida em sistemas de média e alta pressão e fusão alcalina. A decomposição total das amostras só foi verificada na fusão alcalina, porém observouse valores altos de br...

  9. Fluxo difusivo de zinco em amostras de solo influenciado por textura, íon acompanhante e pH do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. F. G. Oliveira

    1999-09-01

    Full Text Available O fluxo difusivo (difusão é a forma mais importante de transporte de zinco no solo, dada sua baixa concentração na solução. Este trabalho teve como objetivo avaliar o fluxo difusivo de Zn em amostras de um solo de textura argilosa (Latossolo Vermelho-Escuro - LE, outro de textura média (Podzólico Vermelho-Amarelo - PV e um terceiro de textura arenosa (Latossolo Vermelho-Amarelo - LV, submetidos a níveis de pH: pH natural (4,38 e 5,40, para o LE; natural (4,87 e 6,00, para o PV, e somente pH natural (4,64, para o LV, e a três fontes de Zn (ZnCl2, ZnEDTA e ZnSO4 nas doses de 0, 20 e 40 mg dm-3 de Zn. As unidades experimentais constituíram-se de 400 cm³ de amostras de solo, colocadas em câmaras feitas de tubos de PVC, com 10 cm de diâmetro e 5 cm de altura, contendo, cada câmara, uma lâmina de resina trocadora de cátions ácido forte (modelo CR61CZR IONICS, Inc como dreno de Zn, nas dimensões de 2,0 x 5,0 cm, colocada à profundidade de 2,5 cm no meio da câmara. As amostras, umedecidas até a capacidade de campo, foram incubadas por um período de 15 dias à temperatura de 24 ± 4ºC. Após esse período, as lâminas foram retiradas, realizando-se a extração do Zn adsorvido às lâminas de resina. O pH do solo demonstrou ser fator de grande importância no controle do fluxo difusivo do Zn, acarretando-lhe grande diminuição quando da elevação de pH. De modo geral, o fluxo difusivo de Zn foi menor com o aumento do teor de argila do solo. O fluxo difusivo de Zn foi maior, nos três solos, quando a fonte utilizada foi ZnCl2.

  10. Fauna edáfica em sistemas arborizados de café conilon em solo de tabuleiros costeiros

    OpenAIRE

    Rabelo Teixeira, Alex Fabian; Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural-INCAPER; Maurício da Silva, Victor; Universidade Federal do Espírito Santo /UFES - Departamento de Produção Vegetal /DPV; de Sá Mendonça, Eduardo; Universidade Federal do Espírito Santo /UFES - Departamento de Produção Vegetal /DPV

    2014-01-01

    O Espírito Santo é o maior produtor brasileiro de café conilon, destacando-se a predominância de monocultivos na região norte do Estado. Alguns agricultores consorciam cafeeiros com espécies arbóreas, modificando as condições edafoclimáticas dos agroecossistemas. Porém, estudos sobre o efeito dessa prática, em relação à fauna do solo são incipientes. Objetivou-se, neste trabalho, estudar o efeito da arborização em cafezais de conilon sobre a meso e macrofauna edáfica no norte do estado do Esp...

  11. Permeabilidade ao Ar da Cama de Semeadura do Solo em Sistema Semeadura Direta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osvaldo Guedes Filho

    2015-06-01

    Full Text Available A permeabilidade ao ar pode ser utilizada como indicador da qualidade física do solo. O objetivo deste trabalho foi determinar a permeabilidade ao ar e os índices de continuidade de poros para a cama de semeadura em um Latossolo Vermelho distrófico cultivado no sistema semeadura direta e submetido à escarificação mecânica e escarificação biológica, utilizando a cultura do nabo forrageiro. O estudo foi conduzido em área experimental da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Estado do Paraná. Os tratamentos implantados foram: sistema semeadura direta por 18 anos consecutivos (SD; semeadura direta submetido à escarificação mecânica (SDE; e semeadura direta submetido à escarificação biológica por meio da cultura do nabo forrageiro (SDNF. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com quatro repetições. As amostragens de solo foram feitas aos seis e 18 meses após a implantação dos tratamentos, correspondentes às semeaduras das culturas do milho (outubro de 2009 e da soja (novembro de 2010, respectivamente, nas camadas de 0,00-0,05 e 0,05-0,10 m de profundidade. A permeabilidade ao ar foi determinada pelo permeâmetro de carga constante nos potenciais mátricos -6, -10, -30 e -100 kPa. Foram definidos os seguintes índices de continuidade de poros: índice N, índice K1 e volume de poros bloqueados; e a porosidade de aeração. Os resultados foram submetidos à análise de variância e, quando significativos, as médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste Tukey (p<0,05. Para a camada de 0,00-0,05 m, a permeabilidade ao ar e o índice K1 no SDNF no potencial mátrico de -6 kPa foram significativamente maiores que em SD e SDE. O índice N, o volume de poros bloqueados e a porosidade de aeração não apresentaram diferenças significativas entre os tratamentos em ambas as profundidades. Os efeitos benéficos da escarificação biológica na permeabilidade do solo ao ar e no índice de continuidade

  12. Relações entre uso do solo, relevo e fertilidade do solo em escala de microbacia Relationships among land use, relief and soil fertility at watershed scale

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio C. dos Santos

    2008-10-01

    Full Text Available A produtividade em sistemas agrícolas de subsistência depende do nível de fertilidade natural do solo. Em condições de relevo forte ondulado, espera-se que a fertilidade do solo se modifique não apenas pelo tipo de uso mas, também, devido à sua posição no relevo. Para avaliar essas modificações, 260 amostras simples de solo (0-20 cm da microbacia Vaca Brava, PB, representando combinações de três usos do solo, cinco posições no relevo e cinco classes texturais, foram analisadas quanto aos teores de P disponível, bases e acidez trocáveis. Ca e Mg compreenderam 75-80% dos cátions trocáveis, K e Na, de 10 a 15%, e H+Al, 10%; o valor de pH médio foi 5,5, enquanto P Mehlich-1 foi, em média, 3,8 mg kg-1 solo. Apesar dos efeitos significativos (p Productivity in subsistence agricultural systems relies on natural soil fertility levels. Under strongly undulated relief conditions, it is expected that soil fertility will be determined not only by land use, but also by the position in the landscape. To study these relationships 260 single soil samples (0-20 cm from the Vaca Brava watershed, Paraiba, representing combinations of three land uses, five positions in the landscape and five textures were analyzed for extractable P, exchangeable bases and soil acidity. Ca and Mg comprised 75-80% of exchangeable cations, K and Na between 10 and 15% and H+Al 10%. The average pH was 5.5, while extractable P (Mehlich-1 averaged 3.8 mg kg-1 soil. Although land use, relief and texture exerted significant effects (p < 0.05 upon certain nutrient concentrations, in a broad sense the watershed appeared relatively uniform. The main effect of land use resulted from the use of animal manure in areas of subsistence agriculture and fodder, which were preferentially located at the base of stopes and low lands positions. Approximately 80% of the samples were low in extractable P, while 70% had medium levels of extractable K. However, when available K was

  13. Estimativa da acidez potencial pelo pH SMP em solos do semi-árido do Nordeste brasileiro

    OpenAIRE

    C. A. Silva; M. L. Avellar; A. C. C. Bernardi

    2000-01-01

    Neste estudo avaliou-se a relação entre o teor de H + Al e o pH SMP, visando estabelecer uma equação para estimar a acidez potencial de solos do Semi-Árido do Nordeste Brasileiro. As análises dos teores de H + Al e dos valores de pH SMP foram realizadas em 81 amostras de solo, variando os teores de carbono de 1,8 a 35,6 g kg-1 e os de argila de 60 a 590 g kg-1. Os resultados demonstraram que a acidez potencial dessas amostras de solo, expressa em mmol c dm-3, pode ser estimada pelo valor do p...

  14. Alguns estudos preliminares sôbre possíveis problemas de fertilidade, em solos de diferentes campos cerrados de São Paulo e Goiás Some preliminary studies on fertility problems of soils from several "campos cerrados" in São Paulo and Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. McClung

    1958-01-01

    Full Text Available Êste trabalho representa uma primeira contribuição para o estudo da fertilidade dos solos de campos cerrados. Tais solos, que ocupam importante superfície do território nacional, apresentam muitas vezes boas propriedades físicas e regulares disponibilidades de água, que parecem estar em desacôrdo com a pobreza da vegetação nêles desenvolvida. Uma deficiência ou um agudo desequilíbrio de nutrientes deve, pois, estar envolvido. De fato, a cultura em vasos permitiu verificar uma acentuada deficiência em fósforo nas amostras estudadas, assim como um menor crescimento do capim que não recebeu nitrogênio. A produção foi também menor em todos os quatro solos de Goiás, quando se omitiram, num tratamento, enxôfre, cobre, zinco, ferro, boro e molibdênio.Evidence of severe phosphorus deficiency was found in grasses and legumes grown in pot culture on six soils from "campos cerrados" in São Paulo and Goiás. The minus-phosphorus treatment in most cases produced only 5 to 10% as much growth as the complete treatment. Dry matter production by pangola grass was lower on all four soils from Goiás when the elements iron, zinc, copper, boron, sulfur and molybdenum were omitted from the fertilizer misture. Similar results were obtained for alfafa on one soil from São Paulo. The data do not indicate which of these elements were involved in this response. Less growth of grass ocurred when nitrogen was omitted, but in no case, either with grasses or legumes, did the omission of potassium have a measurable effect on dry matter production. Omission of lime resulted in reduced growth of alfafa and soybeans, and, on one soil, of Pangola grass.

  15. Extratores de fósforo em solos da Amazônia tratados com fertilizantes fosfatados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. C. Brasil

    1997-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a disponibilidade de fósforo em amostras de solos representativos da Amazônia, desenvolveu-se um experimento em casa de vegetação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, Piracicaba (SP, de outubro de 1993 a março de 1994, utilizando-se amostras da camada superficial de cinco solos (LA-médio, LA-argiloso, LA-muito argiloso, PV-argiloso e PV-muito argiloso. Foram usados, como fontes de P, superfosfato triplo, termofosfato yoorin em pó, termofosfato yoorin semi-acabado e fosfato natural da Carolina do Norte, nas doses de P equivalentes a 0, 40, 80 e 120 mg kg-1 de solo. Caupi e arroz foram usados como plantas-testes, e os resultados de produção de matéria seca e de P acumulado na parte aérea foram correlacionados com os de teores de P nas amostras de cada solo. A extração de P foi efetuada por meio dos métodos da resina trocadora de ânions, Mehlich-1, Mehlich-3 e Bray-I. Os resultados obtidos demonstraram que o extrator Mehlich-1 extraiu grandes quantidades de fósforo nos tratamentos com fosfato natural da Carolina do Norte. Independentemente da fonte de fósforo utilizada, o extrator Mehlich-3 apresentou as melhores correlações com o caupi e o arroz. Os extratores Mehlich-3 e Bray-I apresentaram maior sensibilidade às variações de solo. O extrator Mehlich-3 mostrou-se adequado na avaliação da disponibilidade de fósforo para as plantas, em diferentes condições de solos e fontes de fósforo.

  16. Mobilidade de metais pesados em solo tratado com resíduo siderúrgico ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. M. B. Amaral Sobrinho

    1998-06-01

    Full Text Available Amostras do horizonte Bt de um Podzólico Vermelho-Amarelo (PV, predominante no aterro-piloto de resíduos industriais (ARSI da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN, foram acondicionadas, em 1992, em colunas de vidro com 5,4 cm de diâmetro e 37 cm de altura. Sobre essas amostras de solo foram colocadas amostras de um resíduo ácido da CSN na proporção solo-resíduo de 4:1 (conforme a concepção básica do projeto do ARSI. Tal sistema resíduo-solo foi lixiviado com 50 volumes-poro de água deionizada, com pH 4,5, com o objetivo de avaliar a movimentação de Cr, Mn, Ni, Cu, Zn, Cd e Pb nas colunas. Depois da lixiviação, removeu-se o resíduo do topo das colunas, e seccionaram-se as amostras de solo em 4 partes iguais. Os metais pesados das amostras do resíduo e do solo foram extraídos seqüencialmente. 0 Pb, Cu e Cr mobilizados do resíduo ficaram retidos nos primeiros 5 cm da coluna de solo. 0 Zn, Mn, Ni e Cd tiveram aumento da concentração em profundidade. Nos efluentes das colunas com o resíduo, foram observadas concentrações de Mn e Ni bem superiores aos padrões permitidos pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA, 1985.

  17. Fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, Santa Maria, RS.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Izabel Jacques Soares

    2009-10-01

    Full Text Available Normal 0 21 MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman";} Este trabalho, com início na primavera de 1996 e término no inverno de 1997, teve como objetivo realizar o levantamento populacional da fauna do solo em áreas com Eucalyptus spp. e Pinus elliottii, situadas no Campus da Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a coleta do solo, utilizou-se um extrator, formando-se amostras em dez pontos, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-15 e de 15-20 cm, em cada estação do ano. Por meio deste estudo, pôde-se identificar alguns representantes dos Phylum Annelida e Arthropoda que participam do contexto fauna-solo-vegetação. O total de indivíduos, seu respectivo percentual e número de indivíduos por metro quadrado foram obtidos. Observou-se o predomínio do Phylum Arthropoda e, mais especificamente, da classe Insecta na área com Eucalyptus spp. e do Phylum Annelida na área com Pinus elliottii. A variável profundidade originou modelos matemáticos que explicam a distribuição populacional dentre as áreas estudadas. A variável estação do ano não apresentou uma diferença significativa. Não foi possível, portanto, estabelecer um modelo de distribuição populacional.

  18. Teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni E Co em solos de referência de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-06-01

    Full Text Available Metais pesados formam um grupo de elementos com particularidades relevantes e de ocorrência natural no ambiente, como elementos acessórios na constituição de rochas. Esses elementos, apesar de associados à toxidez, exigem tratamento diferenciado em relação aos xenobióticos, uma vez que diversos metais possuem essencialidade (Fe, Mn, Cu, Zn e Ni e benefício (Co comprovados para as plantas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi determinar os teores naturais dos metais Fe, Mn, Zn, Ni, Cu e Co nos solos de referência de Pernambuco. Foram coletadas amostras de solo nas três regiões fisiográficas (Zona da Mata, Agreste e Sertão, dos dois primeiros horizontes dos 35 solos de referência do Estado de Pernambuco. A digestão das amostras baseou-se no método 3051A (USEPA, 1998, e a determinação foi efetuada em ICP-OES. Correlações significativas foram estabelecidas entre os metais e entre estes e a fração argila do solo, em ambos os horizontes, indicando a associação comum da maioria dos metais com solos mais argilosos. A maioria dos solos apresentou teores de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co menores que os de solos de outras regiões do País, com litologia mais máfica, o que corrobora o fato de que os teores desses elementos são mais diretamente relacionados aos minerais Fe-magnesianos. Os resultados indicam baixo potencial dos solos de Pernambuco em liberar Cu, Co e Ni para plantas, enquanto deficiências de Zn, Fe e Mn são menos prováveis. Os teores naturais de Fe, Mn, Zn, Cu, Ni e Co determinados podem ser utilizados como base para definição dos Valores de Referência de Qualidade para os solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  19. Eficiência relativa de fertilizantes fosfatados no crescimento inicial de eucalipto cultivado em solos do cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.L. Gava

    1997-09-01

    Full Text Available Tendo como objetivo avaliar a eficiência relativa do superfosfato simples (SS, fosfato parcialmente acidulado (FAPS e termofosfato magnesiano (TERM como fonte de P e outros nutrientes para o cultivo de plantações de eucalipto, em dois solos da região dos Cerrados, uma areia quartzosa (50 g kg-1 de argila álica e um latossolo vermelho-escuro (230 g kg-1 de argila álico, foi realizado este experimento, sob condições de casa de vegetação, na ESALQ/USP, Piracicaba (SP, em 1993. Subamostras do AQ receberam 0, 75, 150 e 300 mg kg-1 de P e, do LE, 0, 125, 250 e 500 mg kg-1 de P no solo. As doses de P foram estimadas com base na solubilidade dos adubos; SS e FAPS, em citrato de amônio, e TERM, em ácido cítrico 20 g L-1. Em cada vaso (5 kg de solo, deixou-se uma planta de Eucalyptus grandis por 90 dias após a emergência e desbaste das plântulas. Paralelamente ao experimento em casa de vegetação, subamostras de todos os tratamentos, com 2 kg de solo, foram incubadas no interior de sacos plásticos por 0, 10, 20, 40, 60 e 80 dias. Ao término de cada período de incubação, os solos eram amostrados e analisados. Mediante o cálculo de índices de eficiência relativa entre os adubos, verificou-se que o TERM foi superior 64% ao SS e 57% ao FAPS no solo AQ. No LE, o SS foi superior 55% ao TERM e 34% ao FAPS. O TERM foi a fonte de P que promoveu os maiores acréscimos do nível de fertilidade dos solos, com expressiva elevação do pH do solo, redução das concentrações de Al e aumento daquelas de Ca e Mg. Os ganhos de produção das mudas de eucalipto foram altamente correlacionados com a absorção de P, K, Ca, Mg e Zn. O TERM proporcionou as maiores absorções desses nutrientes no solo AQ e, as menores, de P, Ca e Zn no LE. As distintas respostas de crescimento para os adubos avaliados, em ambos os solos, sobretudo para TERM e SS, foram atribuídas, em grande parte, aos efeitos secundários das fontes de P sobre a fertilidade dos

  20. AVALIAÇÃO DA FERTILIDADE DO SOLO EM CAFEZAIS VISANDO A IMPLANTAÇÃO DE POVOAMENTOS FLORESTAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago de Oliveira Godinho

    2016-11-01

    Full Text Available Diante do quadro de abandono das lavouras cafeeiras na região das montanhas capixabas, ações que visem à substituição destas por florestas, garantindo a disponibilidade de água, a conservação do solo e da biodiversidade e criando oportunidade de renda para os produtores rurais são necessárias. Objetivou-se com esse trabalho, avaliar a fertilidade do solo em lavoura cafeeira abandonada visando à implantação de povoamentos florestais para múltiplos usos. Avaliou-se a qualidade química e física do solo. Observou-se que 68,4% dos atributos químicos do solo avaliados foram classificados como sendo de médios a altos, indicando o potencial de utilização da área para plantios com fins econômicos. Ocorreu um aumento na resistência à penetração do solo com o aumento da profundidade. Entretanto, em todas as profundidades avaliadas, os valores de resistência à penetração não são considerados limitantes para o desenvolvimento adequado das plantas cultivadas.

  1. Distribuição da porosidade textural e estrutural em solos de Terra Preta Arqueológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Katiane Raquel Mendes Barros

    2016-12-01

    Full Text Available RESUMO As Terras Pretas Arqueológicas (TPA são parcelas de solos com horizonte A antrópico com alto conteúdo de carbono orgânico, de cor escura e elevada fertilidade. Pouco se sabe sobre as características físicas desses solos, principalmente com relação a sua estrutura e espaço poroso. A hipótese deste trabalho é de que a distribuição do espaço poroso estrutural e textural em solos de TPA são similares, independentemente da textura. Assim, objetivou-se avaliar o espaço poroso de solos de TPA, com diferentes classes texturais, utilizando-se um modelo duplo-exponencial. Foram amostrados quatro sítios arqueológicos com granulometria variável, nos municípios de Melgaço e Igarapé-Açu, estado do Pará. Amostras deformadas e indeformadas foram coletadas na profundidade de 0,10 m. Os solos apresentaram textura variando de franco arenosa a franco argilo arenosa. A equação duplo- exponencial permitiu a diferenciação dos poros texturais e estruturais para os sítios de TPA. Apesar da variação de classes texturais, os sítios de TPA não diferiram em relação a porosidade textural e apenas o sítio 1 (S1 apresentou maior espaço poroso estrutural. As proporções de poros texturais e estruturais não influenciaram a densidade do solo, no entanto, os poros texturais foram positivamente relacionados ao conteúdo de matéria orgânica no solo.

  2. Estimativa de fluxos de água em solos não saturados Water flux estimates in unsaturated soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Klaus Reichardt

    1993-01-01

    Full Text Available Com dados obtidos em perfis de terra roxa estruturada do município de Piracicaba (SP, é mostrada a dificuldade da estimativa de fluxos de água no solo, utilizando o modelo de Darcy-Buckingham. O experimento trata do estabelecimento de balanços hídricos em 25 parcelas de 5 x 5 m, alinhadas ao longo de uma transeção de 125 m. O componente drenagem profunda do balanço hídrico é estimado mediante medidas de umidade do solo (teta, cm³/cm³, feitas com sonda de nêutrons, e de potencial total da água do solo H (cm H2O obtidas com tensiômetros. O trabalho mostra a grande dificuldade da estimativa de fluxos de drenagem q (mm/dia, a qual está relacionada: (1 à exponencialidade da relação entre a condutividade hidráulica do solo k (mm/dia e a umidade do solo ou o potencial matricial da água no solo h (cm H(20, e (2 à variabilidade espacial do solo.Difficulties of using Darcy-Buckingham's model to estimate unsaturated soil water flux densities are shown using field data collected in a Alfisol ("terra roxa estruturada" at Piracicaba, State of São Paulo, Brazil. The experiment consists of the establishment of water balances on 25 experimental plots of 5 m x 5 m, aligned along a 125 m transect. The deep drainage component of the water balances is estimated using soil water content data obtained through neutron probe readings and soil water potential data measured with mercury manometer tensiometers. The work shows the great difficulty of estimating drainage fluxes, which is mainly related to (1 the exponential relation between soil hydraulic conductivity and soil water content or soil water potential, and (2 soil spatial variability.

  3. Nutrientes minerais na biomassa da parte aérea em culturas de cobertura de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Borkert Clóvis Manuel

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar as quantidades de nutrientes reciclados por cinco espécies vegetais utilizadas como culturas de cobertura do solo e que podem retornar ao solo pela mineralização da biomassa. Foram coletadas de vários experimentos amostras da matéria verde de aveia-preta (Avena strigosa Schreb, mucu-napreta (Stizolobium aterrimum Piper & Tracy, guandu (Cajanus cajan (L. Millsp, tremoço (Lupinus albus L. e L. angustifolius L. e ervilhaca (Vicia sativa L.. Foi estimado o rendimento de matéria seca e determinados os teores de N, P, K, Ca, Mg, Mn, Zn, Cu, e, a partir dessas concentrações, foram calculadas a média observada, a média estimada e o intervalo de confiança a 95% para cada nutriente dentro de cada classe de rendimento de matéria seca, em cada espécie vegetal. Os dados foram tabulados dentro de intervalos de classe de rendimento de matéria seca e apresentadas as quantidades estimadas de nutrientes minerais. Foram ajustadas equações para estimar as quantidades desses nutrientes. A aveia-preta e a ervilhaca reciclam grande quantidade de K, e a ervilhaca, a mucu-napreta, o tremoço e o guandu reciclam grande quantidade de N. Todas as espécies reciclam quantidades apreciáveis de Ca, Mg e micronutrientes, porém baixas quantidades de P. A rotação de culturas é um meio de implementar com sucesso o aumento das áreas de lavoura em semeadura direta.

  4. Crescimento de plantas de milho submetidas a déficit hídrico em solos de diferentes texturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carlesso

    1999-03-01

    Full Text Available O objetivo deste experimento foi quantificar variações no dossel vegetativo de plantas de milho submetidas a dois manejos da água de irrigação em solos de três texturas (argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa. O experimento foi instalado em área do Departamento de Engenharia Rural, da Universidade Federal de Santa Maria, no ano agrícola 1995/1996. Utilizou-se um conjunto de 12 lisímetros de drenagem com dimensões de 156 cm de comprimento, 100 cm de largura e 80 cm de profundidade, protegidos das precipitações por meio de uma cobertura móvel. Os tratamentos consistiram de dois níveis de manejos da água no solo (irrigado e déficit hídrico terminal e três texturas de solos. Os resultados demonstraram que a redução no índice de área foliar das plantas de milho submetidas a déficit hídrico foi maior em solos de textura argila pesada e franco-argilo-siltosa do que no solo de textura franco-arenosa. A altura das plantas de milho diminuiu quando a fração de água disponível às plantas foi inferior a 0,57, 0,74 e 0,52, para os solos de textura argila pesada, franco-argilo-siltosa e franco-arenosa, respectivamente.

  5. Planejamento ambiental e ocupação do solo urbano em Presidente Prudente (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibila Corral de Arêa Leão Honda

    2014-01-01

    Full Text Available O planejamento urbano ambiental é processo de extrema importância para os centros urbanos atualmente, auxiliando na ocupação racional e no equilíbrio ambiental. Não deveria ser desvinculado das políticas de desenvolvimento, pois está diretamente relacionado à qualidade de vida. Auxiliando nesse processo, o plano diretor municipal, aprovado constitucionalmente em 1988, é instrumento fundamental para orientar a ação dos agentes em prol do desenvolvimento urbano equilibrado. Apoiado nessa premissa, este artigo tem como objetivo primeiro a contribuição dessa discussão, por meio da relação de uso e ocupação do solo urbano e a produção da habitação de interesse social em cidades médias, considerando as questões ambientais, tendo como estudo de caso a realidade da cidade de Presidente Prudente, município localizado no oeste do Estado de São Paulo, no período entre 1997 e 1999. A metodologia utilizada foi baseada em pesquisa qualitativa, com levantamentos de campo dos conjuntos habitacionais escolhidos, segundo aspectos arquitetônicos, urbanísticos e ambientais. Verifica-se uma realidade inadequada no município analisado, cujos projetos de habitação social são inseridos na malha urbana desconsiderando normas, leis e diretrizes, em um processo de políticas urbanas não coerentes com os propósitos socioambientais desejáveis.

  6. Planejamento ambiental e ocupação do solo urbano em Presidente Prudente (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sibila Corral de Arêa Leão Honda

    Full Text Available O planejamento urbano ambiental é processo de extrema importância para os centros urbanos atualmente, auxiliando na ocupação racional e no equilíbrio ambiental. Não deveria ser desvinculado das políticas de desenvolvimento, pois está diretamente relacionado à qualidade de vida. Auxiliando nesse processo, o plano diretor municipal, aprovado constitucionalmente em 1988, é instrumento fundamental para orientar a ação dos agentes em prol do desenvolvimento urbano equilibrado. Apoiado nessa premissa, este artigo tem como objetivo primeiro a contribuição dessa discussão, por meio da relação de uso e ocupação do solo urbano e a produção da habitação de interesse social em cidades médias, considerando as questões ambientais, tendo como estudo de caso a realidade da cidade de Presidente Prudente, município localizado no oeste do Estado de São Paulo, no período entre 1997 e 1999. A metodologia utilizada foi baseada em pesquisa qualitativa, com levantamentos de campo dos conjuntos habitacionais escolhidos, segundo aspectos arquitetônicos, urbanísticos e ambientais. Verifica-se uma realidade inadequada no município analisado, cujos projetos de habitação social são inseridos na malha urbana desconsiderando normas, leis e diretrizes, em um processo de políticas urbanas não coerentes com os propósitos socioambientais desejáveis.

  7. AVALIAÇÃO DE FERRAMENTA DE PREPARO CONSERVACIONISTA DO SOLO PARA PLANTIO EM PEQUENA PROPRIEDADE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio J. S. Maciel

    2007-11-01

    Full Text Available O cultivo conservacionista é largamente utilizado para controle de erosão em todo mundo. O mais eficiente e popular sistema utilizado é o Sistema de Plantio Direto que mantém o máximo de cobertura de resíduos sobre a superfície, no entanto tem algumas desvantagens, por exemplo: sulco de plantio não preparado, afetando a emergência das sementes e absorção dos fertilizantes, além do desenvolvimento das raízes - o que pode reduzir a produtividade; as máquinas que realizam o plantio são de construção pesada, causando alto consumo de potência e induzindo compactação extra; e o controle de plantas daninhas é dependente de herbicidas. Este trabalho trata da avaliação de uma nova enxada rotativa denominada Paraplow Rotativo, cujo objetivo é eliminar as citadas desvantagens. Seu conceito é a junção entre uma enxada rotativa vertical convencional com um Paraplow, utilizando a tomada de potência de um moto cultivador em um sistema rotativo vertical. Sua construção se mostrou muito leve. Muitas geometrias de Paraplows Rotativas foram selecionadas para estudo; sendo conduzidas a séries de testes em laboratório em caixa de solo e testes em campo com um micro-trator de 9 kW e um pequeno trator de quatro rodas de 40 kW. Os resultados encontrados demonstraram um bom desempenho operacional.

  8. Sintomas visuais de deficiência de macronutrientes e de boro em abacaxizeiro 'imperial' Visual symptons of macronutrients and boron deficiency in 'imperial' pineapple

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Mota Ramos

    2009-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi caracterizar os sintomas visuais de deficiências de macronutrientes e de boro no abacaxizeiro 'Imperial', e associá-los à diagnose foliar. Os tratamentos: Completo, - N, - P, - K, -Ca, - Mg, - S e - B foram aplicados como soluções nutritivas, em vasos plásticos com 14 kg de areia de praia purificada e uma muda de abacaxi, como unidade experimental. O delineamento foi em blocos casualizados completos, com seis repetições. Os sintomas visuais de deficiência nutricional foram fotografados e descritos durante todo o processo de crescimento e desenvolvimento das plantas. Avaliaram-se, também, as concentrações foliares de N, P, K, Ca, Mg, S e B na folha 'D', aos cinco, sete, nove e 12 meses após o plantio. A deficiência de N causou amarelecimento das folhas da planta e da coroa dos frutos e descoramento da polpa do fruto; a de P, folhas novas vermelho-arroxeadas e frutos com a casca avermelhada; a de K, necrose do ápice das folhas mais velhas e escurecimento da polpa do fruto; a de Mg, necrose na base das folhas da coroa do fruto, e na deficiência de B, frutos com cortiça e rachadura nos frutilhos e entre eles. Apesar dos baixos teores foliares de S e de Ca, na época da colheita dos frutos, não foram observados sintomas visuais de deficiência nos frutos. Os teores foliares no início dos sintomas de deficiência e na época da colheita dos frutos foram, respectivamente: N = 8,7 e 6,8; P = 0,70 e 0,32; K = 11,6 e 3,2; Mg = 0,73 e 0,54 g kg-1, e B = 5,8 e 5,5 mg kg-1.The objective of this study was to characterize the visual symptoms of macronutrients and boron deficiencies in the pineapple 'Imperial', and involve them in the foliar diagnosis. The full treatment, - N, - P - K, - Ca, - Mg, - and S - B was applied as nutrient solutions in plastic pots with 14 kg of purified sand beach and a seedling of pineapple, as an experimental unit . The design was a randomized complete block with six replicates. The

  9. Teores naturais de bário em solos de referência do estado de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Miranda Biondi

    2011-10-01

    Full Text Available O bário (Ba é um metal alcalino terroso de ocorrência natural no solo. É constituinte de carbonatos, sulfatos e silicatos e ocorre como substituto isomórfico de elementos como Ca e K nos minerais. Quando disponível em elevados teores no solo, o Ba pode causar toxidez a diversos organismos vivos. Para considerar que determinado solo está livre de contaminação por esse elemento, faz-se necessário conhecer os teores de Ba nesse solo em condição natural. Portanto, a determinação de teores naturais de Ba em solos é essencial para a construção de uma legislação que sirva de base ao monitoramento e remediação de áreas contaminadas por esse elemento e que seja adequada à realidade pedológica local. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi determinar os teores naturais de Ba como base de referência de qualidade para os Solos de Referência do Estado de Pernambuco. Foram coletadas amostras dos dois primeiros horizontes dos 35 perfis de referência, as quais foram submetidas à digestão ácida em micro-ondas (método 3051A. Nos extratos obtidos foi efetuada a determinação dos teores de Ba por ICP-OES. Observaram-se teores de Ba superiores aos valores de prevenção e de investigação estabelecidos pela legislação brasileira (CONAMA, 2009, corroborando a necessidade de maior conhecimento das diversidades regionais para a elaboração de normas nacionais. Os teores naturais de Ba determinados nos solos podem ser utilizados como base para a definição dos valores de referência de qualidade para Ba nos solos de Pernambuco, de acordo com o preconizado pela legislação nacional.

  10. Capacidade de Suporte de Carga do Solo em Sistemas de Produção de Laranja Conservacionistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2015-06-01

    Full Text Available Sistemas conservacionistas em pomares de laranja podem aumentar a capacidade de suporte de carga do solo minimizando os seus riscos de compactação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de suporte de carga por meio da pressão de preconsolidação e sua dependência a conteúdo de água, densidade e carbono orgânico de um Argissolo Vermelho distrófico latossólico, após 18 anos de implantação de plantas de cobertura permanentes nas entrelinhas de um pomar de laranja. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com três repetições. Foram estudados três tratamentos de manejo por meio de roçadas nas entrelinhas do pomar, desde o plantio do pomar em 1993: gramínea Paspalum notatum, leguminosa Arachis pintoi e vegetação espontânea. Cento e oito amostras indeformadas de solo foram coletadas em 2011 sob o rodado e entrerrodado das máquinas nas estrelinhas do pomar com textura arenosa nas camadas de 0,00-0,10 m (87 g kg-1 de argila e 0,10-0,20 m (122 g kg-1 de argila. Determinaram-se as pressões de preconsolidação das curvas de compressão do solo (25, 50, 100, 200, 400, 800 e 1.600 kPa em conteúdos de água sob três potenciais (-80, -330 e -1.000 hPa, a densidade do solo e o teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação não foi dependente do conteúdo de água, da densidade do solo e do teor de carbono orgânico do solo. A pressão de preconsolidação sob o rodado na camada de 0,00-0,10 m foi menor nos tratamentos leguminosa e vegetação espontânea. A manutenção permanente da gramínea manejada com roçadas nas entrelinhas do pomar de laranja proporcionou maior capacidade de suporte de carga do solo sob o rodado na camada superficial arenosa.

  11. Lixiviação de imidazolinonas em resposta a diferentes manejos de irrigação em solo de cultivo de arroz irrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Da Cas Bundt

    2014-11-01

    Full Text Available Os herbicidas utilizados no Sistema Clearfield(r de produção de arroz irrigado caracterizam-se por serem móveis no solo. Tal mobilidade contribui para a contaminação ambiental e intensificação do residual no solo. A irrigação por inundação utilizada na lavoura arrozeira é uma das principais causas de livixiação de imidazolinonas, contudo, manejos alternativos de irrigação podem contribuir para sua diminuição. Assim, o objetivo do trabalho foi estimar, através de bioensaio, a lixiviação de imidazolinonas frente a diferentes manejos de irrigação. Para isso, foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação e em colunas de solo. Em ambos, foram testados três manejos de irrigação, sendo eles: contínuo, intermitente e capacidade de campo. Os herbicidas foram aplicados na superfície do solo e, após 48 horas, iniciou-se a irrigação. Aos 45 e 90 dias de irrigação, para o primeiro e segundo experimentos, respectivamente, as colunas de solo foram cortadas longitudinalmente e realizou-se bioensaio utilizando solo das diferentes profundidades. Os resultados permitem concluir que a mistura formulada imazapic + imazapyr apresenta maior lixiviação. Para os herbicidas testados isoladamente, o imazapic lixivia mais, seguido do imazethapyr e imazapyr. Os manejos de irrigação contínuo e intermitente não diferem entre si e promovem maior lixiviação dos herbicidas, quando comparado ao solo na capacidade de campo

  12. Fracionamento sequencial de cádmio e chumbo em solos Sequential fractionation of cadmium and lead in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia das Neves Costa

    2007-10-01

    Full Text Available O impacto da contaminação e/ou poluição por metais pesados não deve ser avaliado somente pelo seu teor total em solos, mas pela sua biodisponibilidade, que é uma propriedade relacionada com sua mobilidade no solo e absorção pelas plantas. Este estudo teve por objetivo avaliar, mediante extrações químicas seqüenciais, a biodisponibilidade do cádmio e do chumbo em seis solos do Estado do Rio Grande do Sul. Para isto, utilizaram-se amostras nas quais foram adicionadas três doses de Cd (1,25, 2,50 e 5,0mg kg-1 de solo e três doses de Pb (250, 500 e 1.000mg kg-1 de solo em experimento conduzido em vasos com drenagem livre para a água, a céu aberto, por 10 anos. As extrações seqüenciais detectaram diferenças entre as formas de adsorção dos dois metais nos solos. O Cd foi detectado em todas as frações, principalmente na trocável e na orgânica, enquanto que o Pb se concentrou nas frações orgânica e residual. O Cd apresentou maior mobilidade nos solos, notadamente naqueles com menor teor de argila; a mobilidade do chumbo foi muito baixa.The hazard environment impact and soil pollution by heavy metals should be evaluated not only by total concentration but mainly by their bioavailability because this property is better related with plant uptake. The objective of this experiment was to evaluate, trough sequential chemical extractions, the bioavailability of cadmium and lead in six soils of Rio Grande do Sul State, Brazil. The soil samples investigated come from a long term experiment in which 10 years ago three levels of Cd and Pb were applied (1.25, 2.50 and 5.0mg Cd and 250, 500, 1000mg Pb kg-1 soil. The sequential extractions detected differences among the adsorption forms of the two metals in the soils. The Cd was detected in all fractions, mainly in the exchangeable and organic, while Pb concentrated on the organic and residual fractions. The Cd presented larger mobility in soils, especially in those with smaller clay

  13. Ácidos húmicos e carvão vegetal ativado como amenizantes em solo contaminado por chumbo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nielson Machado dos Santos

    2014-02-01

    Full Text Available A contaminação de solos por chumbo representa importante risco à saúde humana, sendo o município de Santo Amaro da Purificação, BA, um dos mais graves casos de contaminação do metal. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de ácidos húmicos e carvão vegetal ativado como amenizantes da toxidez de Pb para plantas de milho cultivadas em solo contaminado, coletado próximo à área da metalúrgica responsável pela contaminação. As doses foram estabelecidas com base no teor de C dos materiais (ácidos húmicos de compostagem, ácidos húmicos comerciais e carvão vegetal e corresponderam a 0; 0,75; 1,5; 3; e 7,5 g kg-1 de C no solo. Ao final de 43 dias de cultivo, as plantas foram coletadas rente ao solo, separadas em parte aérea e raízes e submetidas à digestão nítrico perclórica para determinação de Pb. A fim de avaliar o efeito do metal sobre o aparato fotossintético, os teores de clorofilas a e b foram também avaliados. Os amenizantes aplicados no solo contaminado foram eficientes em diminuir o estresse provocado por Pb nas plantas de milho, sendo a maior eficiência obtida para os ácidos húmicos de compostagem, seguida pelo carvão vegetal e pelos ácidos húmicos comerciais. Todos os amenizantes testados diminuíram a translocação de Pb para a parte aérea das plantas, o que implica em maior fixação do metal no solo, com consequente diminuição dos riscos de transferência à cadeia trófica. Por essa razão, esses amenizantes podem ser recomendados para programas de fitoestabilização de Pb em solos.

  14. Propriedades físicas e químicas em diferentes usos do solo no Brejo Paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Sousa Silva

    2013-08-01

    Full Text Available A substituição da vegetação nativa no Brejo Paraibano, inicialmente por cana-de-açúcar e mais recentemente por pastagens, em relevo fortemente ondulado, causaram sérios problemas de degradação do solo. Atualmente, partes dessas pastagens estão dando lugar ao plantio de sabiá (MIMOSA CAESALPINIAEFOLIA: Benth. Objetivou-se, neste trabalho, analisar o efeito dessas mudanças nas propriedades físicas e químicas do solo e no desenvolvimento das raízes. O experimento foi conduzido no município de Areia, PB, em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico. Os tratamentos foram representados por três diferentes usos: mata secundária, cultivo de sabiá e pastagem com braquiária (BRACHIARIA DECUMBENS: . As amostras de solo foram coletadas nas diferentes áreas, em três posições da encosta: parte superior, mediana e inferior. Em cada posição, coletou-se solo em três diferentes pontos em quatro profundidades: 0,0-2,5; 2,5-5,0; 5,0-10,0; e 10,0-20,0 cm, para análises físicas e de raízes. Foram feitas amostras compostas para as análises químicas e do conteúdo de argila. O experimento foi conduzido num delineamento inteiramente casualizado, com medidas repetidas no espaço. Observou-se que a agregação, densidade e a porosidade total apresentaram melhores resultados na área de mata nativa secundária. A substituição da área de pasto por sabiá prejudicou a agregação, mas não alterou a densidade e a porosidade total do solo. Os teores de nutrientes foram maiores na área de sabiá, embora sejam significativos apenas para o K e a saturação por bases. As mudanças no uso do solo sempre causam degradação de suas propriedades físicas e químicas, mas, quando essa substituição é feita por um sistema menos agressivo, é difícil perceber modificações em pouco tempo de uso.

  15. Calagem e adubação fosfatada para o arroz em solos inundados: II. disponibilidade de fósforo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. W. V. Mello

    1999-12-01

    Full Text Available A dinâmica do P e sua disponibilidade para as plantas em solos inundados envolve processos complexos que diferem substancialmente daqueles observados em solos bem drenados. Com o objetivo de estudar a disponibilidade de P para o arroz em solos inundados, foi realizado um experimento, em casa de vegetação, com amostras de nove solos de várzea de Minas Gerais. Os tratamentos constaram de combinações de seis doses de P e duas doses de calcário. As plantas foram cultivadas por 60 dias , sendo avaliados a produção de matéria seca e os teores de P na parte aérea. Os resultados revelaram efeitos divergentes da calagem sobre a disponibilidade de P, dependendo das características dos solos: (a Em solos de baixa capacidade de retenção de P e com óxidos de Fe instáveis frente a condições de inundação, a calagem limitou a disponibilidade de P. (b Em solos de alta capacidade de retenção de P e com óxidos de Fe mais estáveis, verificou-se o contrário. Além dos fatores quantidade e capacidade tampão, os teores de Fe ativo (extraível por acetato de amônio nos solos parecem influenciar a disponibilidade de P para o arroz em solos inundados.

  16. Manejo da matéria orgânica do solo e estoques de carbono em cultivos de frutas tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle V. Guimarães

    2014-03-01

    Full Text Available Com este trabalho objetivou investigar as mudanças na dinâmica e no estoque de carbono em solos agrícolas. Amostras de solo foram coletadas de 0-10 cm e 10-30 cm, em duas áreas agrícolas (cultivo de banana (Musa spp e cultivo de citros (Citrus sinensis. Um solo em floresta nativa foi utilizado como referência e para determinação do Índice de Manejo de Carbono (IMC. A matéria orgânica do solo (MOS foi fracionada fisicamente em particulada (MOP, > 53 µm e complexada (MOC, < 53 µm. O carbono orgânico total (COT foi analisado para caracterizar a MOS. Comparando com o solo em mata nativa o cultivo da banana aumentou o teor de carbono orgânico do solo (TOC em aproximadamente 14% enquanto o cultivo de citros reduziu o teor de TOC em cerca de 38%. O cultivo de fruteiras reduziu a fração particulada em mais de 50% mostrando uma velocidade de decomposição maior dos resíduos orgânicos. Os valores do Índice de Manejo de Carbono foram menores que 1 em todos os tratamentos; entretanto, foram observados os melhores resultados para o pomar de citros (116,5. No geral, a mudança no uso da terra de mata nativa para culturas de frutas reduziu o teor de matéria orgânica do solo, especialmente sua fração lábil, e a qualidade do solo.

  17. Persistência de inseticidas e parâmetros microbiológicos em solo sob sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2015-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a degradação dos inseticidas bifentrina, permetrina e tiametoxam em um solo sob sistemas de integração lavoura-pecuária (SILP, plantio direto (SPD e convencional (SC, e sua relação com atributos microbiológicos (carbono da biomassa microbiana, respiração basal e atividade das enzimas -glucosidase e fosfatase ácida. O experimento foi realizado utilizando solos incubados (0-10cm com umidade a 75% da capacidade de campo e 28ºC por 51 dias. Além de aumentos de matéria orgânica, biomassa e atividade microbiana, o sistema SILP também favoreceu a degradação mais rápida dos três inseticidas no solo, em comparação aos outros sistemas avaliados. Dentre os inseticidas avaliados, o tiametoxam apresentou degradação lenta no solo, com valores de meia-vida (TD50 entre 46 e 89 dias. Os valores de TD50 para bifentrina ficaram entre 14 e 44 dias e para permetrina entre 9 e 47 dias, considerando todos os sistemas avaliados.

  18. PERDAS DE SOLO, ÁGUA E NUTRIENTES POR EROSÃO HÍDRICA EM UMA ESTRADA FLORESTAL NA SERRA CATARINENSE

    OpenAIRE

    Oliveira,Luciane Costa de; Bertol,Ildegardis; Barbosa,Fabrício Tondello; Campos,Mari Lucia; Mecabô Junior,José

    2015-01-01

    RESUMO O uso do solo influencia a erosão hídrica, sendo que, em geral, em estradas dentro de áreas reflorestais são altas as perdas de solo, água e elementos químicos. O trabalho objetivou quantificar as perdas de solo, água e elementos químicos causadas pela erosão hídrica durante 17 meses, sob chuva natural, em uma estrada dentro de uma área de reflorestamento de pinus. O estudo foi realizado no município de Campo Belo do Sul - SC, na Florestal Gateados Ltda., em um solo Nitossolo Háplico t...

  19. Interação silício e alumínio em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo alumínico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Barbosa de Freitas

    2012-04-01

    Full Text Available Solos com altos teores de Al tóxico podem causar diversos danos às plantas e, como consequência, diminuir sua produtividade; assim, seu manejo torna-se imprescindível para obter maiores produtividades, e o Si pode ser alternativa para diminuir a toxidez por Al em plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a interação entre Si e Al em plantas de arroz de terras altas cultivadas em solo naturalmente alumínico de textura média arenosa. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos inteiramente casualizados, dispostos em esquema fatorial 2 x 5 com quatro repetições. Os tratamentos empregados foram dois cultivares de arroz de terras altas: BRS Talento (não tolerante ao Al, moderno e Guarani (tolerante ao Al3+, tradicional, além de cinco doses de Si (0, 30, 60, 90 e 120 mg dm-3 adicionadas ao solo. O Si fornecido ao solo contribuiu amenizando a toxidez por Al em ambos os cultivares, porém só houve acréscimo em produtividade no cultivar BRS Talento. Houve correlação positiva para produtividade de grãos do cultivar BRS Talento e teor de Si nas folhas; já o teor de Al nas folhas correlacionou-se com a produtividade de forma negativa; e também houve correlação negativa entre os teores de Si e Al nas folhas, indicando que há interação entre Si e Al em plantas de arroz.

  20. Escoamento superficial e desagregação do solo em entressulcos em solo franco-argilo-arenoso com resíduos vegetais Interrill surface runoff and soil detachment on a sandy clay loam soil with residue cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elemar Antonino Cassol

    2004-07-01

    Full Text Available A presença de resíduos vegetais sobre a superfície do solo altera as características do escoamento superficial gerado pela chuva e a desagregação e transporte de sedimento resultantes do processo erosivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições hidráulicas e as relações de desagregação do solo e de resistência ao escoamento com a presença de resíduos vegetais na erosão em entressulcos. O experimento foi realizado no laboratório, com um Argissolo Vermelho distrófico típico, em parcelas com 0,10 m m-1 de declive sob chuva simulada. O solo foi coberto por resíduos vegetais de palha de soja, nas doses de 0, 0,05, 0,1, 0,2, 0,4 e 0,8 kg m-2. O aumento na cobertura do solo (CS com resíduos vegetais elevou a altura da lâmina de escoamento e a rugosidade hidráulica e reduziu a velocidade média do escoamento, provocada pelo aumento das forças viscosas promovida pela interposição física dos resíduos ao escoamento. O resultado é a redução na taxa de desagregação do solo (Di. A Di foi de 5,35x10-4 kg m-2 s-1 para solo descoberto e 1,50x10-5 kg m-2 s-1 em solo com 100% de cobertura na maior dose de palha. Os modelos de Laflen e potencial foram adequados para estimar o coeficiente de cobertura para resíduo em contato direto com a superfície do solo em função da cobertura do solo.Soil surface cover with crop residue modifies surface flow characteristics, generated by excess rainfall, and soil detachment and sediment transport resulting from the erosion process. The objective of this study was to evaluate the hydraulic conditions, detachment and flow resistance on interrill erosion on soil covered with residue. The experiment was conducted in the laboratory, on a Hapludult soil at a slope of 0.10 m m-1, under simulated rainfall and soil surface covered with soybean residue at the rates of 0, 0.05, 0.1, 0.2, 0.4, and 0.8 kg m-2. The increase in soil surface cover (SC with residue, caused an increase in water flow

  1. Avaliação visual da qualidade da estrutura do solo em sistemas de uso das terras

    OpenAIRE

    Joelcio Eurich; Pedro Henrique Weirich Neto; Carlos Hugo Rocha; Zíngara Rocio dos Santos Eurich

    2014-01-01

    Sistemas sustentáveis de produção agropecuária demandam solos com boa estrutura, por isso, são necessários métodos eficientes para avaliação dessa estrutura. Objetivou-se, com este estudo, aplicar a metodologia de avaliação visual da estrutura do solo, em áreas previamente cobertas por Floresta com Araucária, em longo período de uso após o desmatamento. Selecionaram-se áreas sob três tipos de usos: floresta nativa, pastagem e cultivo agrícola, considerados como tratamento, sendo realizadas de...

  2. Estrutura metabólica e genética de comunidades bacterianas em solo de cerrado sob diferentes manejos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Moraes de Souza

    2012-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a estrutura metabólica e genética de comunidades bacterianas em Latossolo de cerrado sob vegetação nativa ou cultivado em sistema de rotação soja/milho sob preparo convencional e plantio direto. Foram utilizadas microplacas EcoPlate para determinar o perfil e a diversidade metabólica das comunidades bacterianas, e eletroforese em gel com gradiente desnaturante (DGGE para avaliar a estrutura genética. O teste estatístico de Mantel foi utilizado para avaliar a relação entre a estrutura metabólica e a genética. A comunidade bacteriana sob vegetação nativa apresentou perfil metabólico diferente do encontrado em solos cultivados. No solo cultivado com soja sob preparo convencional, o padrão de utilização das fontes de carbono diferenciou-se dos demais tratamentos. Com base nos resultados de DGGE, a comunidade bacteriana sob vegetação nativa apresentou 35% de similaridade com as de áreas cultivadas. Foram formados grupos distintos de comunidades bacterianas do solo entre as áreas sob preparo convencional e plantio direto. Houve correlação significativa de 62% entre as matrizes geradas pelas microplacas EcoPlate e pela DGGE. Variações no perfil metabólico estão relacionadas às variações na estrutura genética das comunidades bacterianas do solo.

  3. Transporte do paclobutrazol em colunas de solos Paclobutrazol transport in soil columns

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lúcia Milfont

    2008-10-01

    Full Text Available O paclobutrazol (PBZ é um regulador de crescimento utilizado em sistemas agrícolas com o propósito de controlar o crescimento vegetativo, estimulando a capacidade reprodutiva das plantas. Esse regulador de crescimento permanece ativo no solo por muito tempo, e sua meia-vida varia com o tipo de solo e as condições climáticas, podendo afetar severamente o desenvolvimento dos cultivos subseqüentes e, por lixiviação, contaminar os aqüíferos. Este trabalho teve como objetivo estudar os mecanismos envolvidos no transporte e na sorção do PBZ em colunas, utilizando amostras de um Argissolo Amarelo eutrófico e de um Vertissolo Háplico órtico, ambos da região do Vale do Rio São Francisco. Os ensaios de deslocamento miscível do traçador (solução de KBr e do paclobutrazol foram realizados considerando duas vazões (0,4 e 1,6 cm³ min-1 para ambos os solos. As variáveis hidrodispersivas foram obtidas pelo ajuste do modelo convecção dispersão (CDE às curvas de eluição experimentais do KBr, e as variáveis do modelo CDE-2 sítios de sorção, às curvas de eluição experimentais do PBZ por intermédio do programa CXTFIT 2.0. O paclobutrazol foi mais facilmente transportado no Vertissolo Háplico que no Argissolo Amarelo. A taxa de recuperação foi menor para a menor vazão para ambos os solos. A quantidade de PBZ não recuperada pode ser atribuída, sobretudo, à histerese no processo de sorção irreversível. O modelo CDE a dois sítios de sorção representa adequadamente os dados experimentais das curvas de eluição do paclobutrazol. Os resultados obtidos evidenciam que o paclobutrazol, utilizado em pomares com manga irrigada cujos solos são o Argissolo Amarelo e o Vertissolo Háplico, oferece risco real de contaminação das águas subterrâneas da região.Paclobutrazol (PBZ is a post-emergence plant growth regulator used in agricultural systems with the objective of vegetative control growth, thereby increasing the

  4. Cultivo de Gliricidia sepium e Leucaena leucocephala em alamedas visando a melhoria dos solos dos tabuleiros costeiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barreto Antônio Carlos

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a biomassa da parte aérea de gliricídia (Gliricidia sepium e leucena (Leucaena leucocephala em cultivos em alameda, e o efeito da adição dessa biomassa sobre propriedades químicas e físicas de um Latossolo Amarelo dos tabuleiros costeiros de Sergipe. A produção de mandioca nas alamedas dessas leguminosas também foi determinada. A gliricídia foi plantada, em 1994, por estacas, e a leucena, em 1995, por mudas, utilizando-se o espaçamento de 3 x 1 m, para ambas as espécies. Em intervalos de três a cinco meses, foram realizados cortes e incorporação do material ao solo. Caules com diâmetro superior a 1 cm foram desconsiderados na biomassa. A matéria seca desses cortes foi determinada anualmente, e em 1998 realizaram-se análises químicas e físicas do solo. Amostras de solo de área contígua foram utilizadas como controle. Foram produzidas, respectivamente, 4,87 e 5,80 t ha-1 ano-1 de parte aérea, em média, por leucena e gliricídia. A gliricídia exerceu menor competição com a mandioca na entrelinha. Com a incorporação dessas leguminosas ao solo elevaram-se o pH e os teores de Ca+Mg, não sendo alteradas, porém, a matéria orgânica e a CTC. Também foi observada redução de densidade e elevação da macroporosidade em resposta à adição das leguminosas. Esses efeitos foram mais acentuados em menores profundidades.

  5. Respostas de cultivares de girassol a doses crescentes de boro na entressafra do Cerrado Tocantinense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Capone

    2016-01-01

    Full Text Available No cerrado brasileiro a deficiência de boro no solo ocorre com maior frequência. A cultura do girassol é muito sensível à deficiência deste micronutriente, além de apresentar pouca eficiência em seu aproveitamento. Neste contexto, objetivou-se com este estudo avaliar as respostas de cultivares de girassol a doses crescentes de boro no período da entressafra no cerrado tocantinense. O experimento foi conduzido em Gurupi, (TO, com sistema de plantio direto em sucessão a soja, sobre Latossolo Vermelho Amarelo distrófico. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quinze tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos num esquema fatorial simples 3 x 5, constituído por três cultivares de girassol (variedade Br 122, híbridos Aguará 4 e Helio 863 e cinco doses de ácido bórico (0, 1, 2, 3 e 4 kg ha-1. As características avaliadas foram: altura de planta, diâmetro da haste, diâmetro do capítulo, concentração de boro foliar, massa de mil aquênios e produtividade de aquênios. A dose de 3 kg ha-1 de boro proporcionou, em sua grande maioria, as melhores respostas das cultivares Br 122, Aguará 4 e Helio 863 quanto às características avaliadas. No entanto, com esta dose, a cultivar Aguará 4 apresenta melhor aproveitamento para produção de aquênios.Responses of sunflower cultivars to increasing doses of boron in the between harvests the Cerrado TocantinenseAbstract: In the brazilian cerrado soil boron deficiency occurs more frequently. The sunflower crop is very sensitive to this micronutrient deficiency, and have little efficiency in its use. In that context, aimed to of this study was to evaluate the response of sunflower cultivars to increasing doses of boron during the between harvests in the cerrado tocantinense. The experiment was conducted in Gurupi (TO, with no-tillages soybeans in succession on dystrophic Red Yellow Latosol. The experimental design was a randomized block

  6. Carbono, Nitrogênio e Abundância Natural de δ13C do Solo em Coberturas Florestais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Costa de Carvalho

    2017-04-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a densidade (Ds, o teor de carbono (C e de nitrogênio (N, estoque de carbono (EstC e de nitrogênio (EstN e a abundância natural de δ13C no perfil do solo de uma área de Floresta Estacional Semidecidual (FES convertida em monocultura eucalipto (Corymbia citriodora (ERN, visando elucidar as mudanças ocorridas nesse ambiente. Para isso, foram coletadas amostras de terra em profundidades de até um metro em cada área de estudo. A conversão da FES para monocultura na área de ERN reduziu a Ds, o N e a EstC na camada superficial, no entanto foi observado um aumento na EstC nas camadas mais profundas do solo. O sinal isotópico de δ13C da vegetação que antes ocupava as áreas do plantio C. citriodora era semelhante ao encontrado atualmente na área de FES, e a época de conversão foi na profundidade 0,40 m do perfil do solo.

  7. Lixiviação de naftaleno em solos urbanos da região metropolitana do Recife, PE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Inácio do Carmo

    2013-10-01

    Full Text Available Os principais atributos edáficos relacionados com a lixiviação de naftaleno nos solos consistem na granulometria, no teor de matéria orgânica e na composição mineralógica das frações silte e argila. Este trabalho objetivou determinar os valores da dispersão e do retardamento do naftaleno em amostras de solos coletadas nas proximidades de tanques de armazenamento de combustíveis localizados em Recife, PE. Os experimentos de lixiviação foram realizados em colunas contendo amostras deformadas e foram modelados usando a equação de convecção-dispersão, que foi ajustada aos dados experimentais com o emprego do software CXTFIT 2.0. Os resultados indicaram que solos arenosos oferecem menor resistência à lixiviação de naftaleno e que a presença de goethita, juntamente com a matéria orgânica, é possivelmente o principal fator responsável pelo retardamento do transporte desse composto no conjunto de amostras estudadas.

  8. Interações silício-fósforo em solos cultivados com eucalipto em casa de vegetação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carvalho Rui

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve o objetivo de avaliar as interações Si-P em dois solos, por meio do estado nutricional de P em mudas de Eucalyptus grandis sob efeito de aplicação de Si. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, utilizando como substratos as camadas superficiais (0-20 cm de profundidade de um Latossolo Vermelho-Escuro fase cerrado e de um Cambissolo fase campo cerrado da zona fisiográfica Campos das Vertentes, MG . Cada solo foi submetido a três incubações seqüenciais: CaCO3 + MgCO3 para manter o pH em torno de 6, fertilização básica, incluindo o P em dose única, para manter 0,2 mg L-1 de P em solução e seis doses de Si (CaSiO3 definidas com base na dose de P. Foram avaliados a produção de matéria seca da parte aérea (MSPA, conteúdo de P e Si na MSPA e frações fosfatadas e fosfatase ácida em folhas apicais aos 60, 90 e 120 dias após o transplantio das mudas para os vasos. Ajustaram-se superfícies de resposta para essas variáveis em razão das doses de Si e das épocas. Mudas cultivadas no Cambissolo tiveram ganho de 15,25% no conteúdo de P na MSPA. Frações fosfatadas e atividade da fosfatase ácida em plantas não mostraram sensibilidade para avaliar a interação Si-P nos dois solos.

  9. Fósforo orgânico em horizontes diagnósticos superficiais de diferentes classes de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ruthanna Isabelle de Oliveira

    2014-10-01

    Full Text Available Em solos tropicais, a disponibilidade de fósforo (P pode ser regulada pela decomposição e mineralização da fração lábil de P orgânico (Po, tornando necessários estudos para saber a sua real contribuição no solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o teor de Po total e lábil em horizontes superficiais de diferentes classes de solo e quais as propriedades do solo exercem controle na acumulação dessas frações de P. Foram estudadas amostras de diferentes horizontes diagnósticos superficiais, a saber: H e O hístico; A chernozêmico; e A húmicos, coletados em vários estados do Brasil. Para a determinação das frações totais de P inorgânico (Pi e orgânico (Po, foi usado o método da extração-sequencial ácido-alcalina, e a fração lábil de P foi determinada pela extração com bicarbonato de sódio. A taxa de recuperação de Pi + Po em relação à extração nítrico-perclórica do P total (PT variou de 46 a 99 %. O Po total variou entre 35 e 1077 mg kg-1, com uma média de 298 mg kg-1. Para a fração lábil do Po, os teores variaram entre 7,2 e 99,5 mg kg-1, com uma média de 27,1 mg kg-1. O Po variou, em média, de 36 a 46 % do P total extraído. Em relação ao P lábil, o Po representou mais de 70 % para todos os horizontes diagnósticos. O PT foi o principal atributo controlador da acumulação de Po nos solos pelas análises de correlação e regressão múltipla. Verificou-se que horizontes com baixa capacidade de adsorção de P proporcionaram alta labilidade de Po.

  10. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos no Estado do Espírito Santo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique de Sá Paye

    2010-12-01

    Full Text Available Valores de referência de qualidade (VRQ para metais pesados em solos, em âmbito mundial, são bastante heterogêneos. No Brasil, poucos estudos para estabelecer esses valores foram concluídos. Na ausência de VRQ para metais pesados em solos, estabelecidos para as condições do Estado do Espírito Santo, utilizam-se valores genéricos internacionais ou desenvolvidos para outros Estados. Entretanto, deve-se ressaltar que o uso desses valores pode levar a avaliações inadequadas, já que existem diferenças nas condições técnicas e variáveis ambientais de cada região, em especial das condições geológicas, hídricas e pedológicas. Essas diferenças justificam o desenvolvimento de uma tabela própria com VRQ para metais pesados em solos, adequada às condições do Estado do Espírito Santo. Nesse sentido, o presente estudo buscou obter os teores naturais de 10 metais pesados e verificar a distribuição desses elementos nos solos das bacias hidrográficas Riacho, Reis Magos e Santa Maria da Vitória, no Estado do Espírito Santo, tendo em vista o estabelecimento de Valores de Referência de Qualidade (VRQ. Para isso, foram determinados os teores totais por ataque ácido, com digestão em forno micro-ondas, conforme o método SW-846 3052 da Environmental Protection Agency (USEPA e dosagem por espectrofotometria de emissão óptica com plasma induzido (ICP- OES. Os teores totais extraídos nos solos dessas bacias hidrográficas são relativamente baixos e inferiores aos reportados para solos de regiões brasileiras e de outros países. Os teores de cádmio ficaram abaixo do limite de detecção (LD do método para todas as amostras. Em consequência, os VRQ obtidos para 12 metais pesados no Estado do Espírito Santo foram semelhantes ou inferiores aos obtidos para outras regiões do Brasil e do mundo. Os VRQ obtidos a partir do percentil 75 (quartil superior para As (< 12,83, Cd (< 0,13, Co (10,21, Cr (54,13, Cu (5,91, Mn (137,80, Mo (1

  11. Efeitos da inoculação micorrízica em mudas de gravioleira em solo fumigado e não fumigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chu Elizabeth Ying

    2001-01-01

    Full Text Available Foi realizado um experimento em casa de vegetação para avaliar os efeitos da inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs sobre o crescimento e nutrição de mudas de gravioleira (Annona muricata L. em Latossolo Amarelo álico, fumigado e não fumigado. A inoculação foi feita durante o transplante; após cinco meses foram avaliados o crescimento e a absorção de nutrientes das mudas. A inoculação aumentou significativamente o crescimento da gravioleira no solo fumigado;o maior incremento foi observado nos tratamentos com Scutellospora heterogama e Gigaspora margarita. A eficiência da inoculação no solo fumigado variou de 594% a 1.348%. Embora o efeito da inoculação tenha sido reduzido no solo não fumigado, G. margarita, Entrophospora colombiana e Gigaspora sp. aumentaram significativamente o crescimento das mudas, e a eficiência da inoculação de 61% foi obtida com G. margarita; S. heterogama não se mostrou eficiente. No solo fumigado, G. margarita e Gigaspora sp. promoveram maior porcentagem de colonização radicular; no entanto, a colonização radicular não diferiu entre tratamentos com inoculação no solo não fumigado. Os teores e conteúdos de nutrientes variaram entre os tratamentos. A gravioleira é uma planta responsiva a FMAs, e a inoculação da espécie G. margarita beneficia o desenvolvimento das mudas de gravioleira nos solos fumigado e não fumigado.

  12. Influência da aplicação e do efeito cumulativo de boro nas características agronômicas e propriedades tecnologicas da fibra do algodoeiro Influence of applications and accumulation of boron on the agronomic characteristics and technological properties of cotton fiber

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Paulieri Sabino

    1996-01-01

    Full Text Available Avaliou-se a influência da aplicação de doses de boro sobre características agronômicas e propriedades tecnológicas da fibra de algodão em catorze ensaios regionais desenvolvidos no Estado de São Paulo, em 1979-86. Deles, selecionou-se o de Guaíra (SP, cujo caráter de longa duração (1984-93 permitiu o estudo do seu efeito cumulativo. Instalou-se tal ensaio em gleba de latossolo roxo distrófico, argiloso, anteriormente cultivada com milho e leguminosas e, para tanto, corrigida no aspecto de acidez e adubada com NPK. Adotou-se, para todos os ensaios, o delineamento de quadrado latino com seis repetições. O boro foi aplicado anualmente no sulco de semeação, nas seguintes doses: 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B na forma de bórax (11% de B, em mistura com 10-75-75 kg/ha de N, P(20(5 e K2O respectivamente. Os ensaios regionais foram reunidos em dois grupos, estabelecidos em função da resposta esperada do algodoeiro à aplicação de boro. Em solos corrigidos, continuamente cultivados, mas nunca adubados com boro, nos quais se esperava, em termos de produção, média ou alta resposta das plantas, os efeitos positivos da adubação boratada estenderam-se para o comprimento da fibra e para o peso de um capulho, com reflexos negativos no índice Micronaire. Em solos em pousio ou naqueles que já haviam recebido boro nas adubações de plantio anteriores, de baixa resposta esperada, portanto, não se verificou efeito do micronutriente nas características estudadas. Com o acúmulo de boro nas adubações anuais do algodão em solo de média resposta esperada, o efeito sobre o peso de capulho e de sementes se destacou, à semelhança do que ocorreu com a produção.The influence of boron applications on the agronomic characteristics and technological properties of the cotton fiber were studied in a regional group of experiments conducted through the São Paulo State cotton belt, during the years of 1979 to 1986. The boron

  13. Mineralogia e fontes de potássio em solos no Rio Grande do Sul cultivados com arroz irrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. M. Castilhos

    2002-09-01

    Full Text Available Estudos desenvolvidos com arroz irrigado por inundação no estado do Rio Grande do Sul têm evidenciado ausência de resposta desta cultura à adubação potássica, mesmo em solos com baixo teor de potássio disponível. Este trabalho objetivou verificar a contribuição da mineralogia destes solos como fonte potencial de potássio para a cultura do arroz. Para tal, selecionaram-se quatro solos representativos das zonas orizícolas do estado do Rio Grande do Sul (Planossolo Hidromórfico, Planossolo Háplico, Gleissolo Háplico e Chernossolo Ebânico cultivados com arroz irrigado. Estes solos apresentam baixos teores de potássio trocável e não apresentam respostas à adubação potássica. Nas amostras dos horizontes A e B dos quatro solos, foram analisadas a granulometria e a composição química. A mineralogia das frações areia, silte e argila foi identificada por difratometria de raios-X. Os principais minerais fontes de potássio foram os seguintes: na fração areia, feldspatos e micas; nas frações silte e argila, feldspatos, micas, esmectitas e esmectitas com hidróxi-alumínio entrecamadas. A quantidade de potássio total, nas frações granulométricas, diferiu entre os solos. As frações silte e argila apresentaram os maiores teores de K-total, exceto para o Planossolo Háplico, que revelou maior reserva de potássio na fração areia. A ausência, ou a baixa resposta, à adubação potássica na cultura do arroz irrigado nesses quatro solos pode ser explicada pelos minerais fontes de potássio que ocorrem nesses solos.

  14. Adsorção e lixiviação de tebuthiuron em três tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Dornelas De Souza

    2001-12-01

    Full Text Available Estudou-se a adsorção do herbicida tebuthiuron em três solos de Ribeirão Preto (SP: Latossolo Vermelho distrófico (LVd, Latossolo Vermelho distroférrico (LVdf e Neossolo Quartzarênico (RQ. Ajustaram-se isotermas de adsorção por meio de quatro modelos: linear, Freundlich, Lambert e Langmuir, para duas profundidades: 0-10 cm e 10-20 cm. Nos três tipos de solo, o melhor ajuste foi obtido com o modelo de Freundlich, escolhido com base nos seguintes critérios estatísticos: quadrado do coeficiente de correlação entre valores observados e preditos (R², quadrado médio do erro (QME, dispersão de resíduos padronizados e gráficos de probabilidade normal. Os coeficientes de partição do herbicida calculados com base em todo o solo (Kd ou com base no seu teor de carbono orgânico (K OC ou de matéria orgânica (K OM variaram de 0,723 a 2,573; de 135,4 a 374,3 e de 78,4 a 218,3 L kg-1, respectivamente, tendo ocorrido correlação significativa entre os valores de Kd e teor de carbono orgânico dos solos e teor de argila. Efetuou-se um teste de lixiviação em colunas, no qual se observou movimento do herbicida até à profundidade de 60 cm no RQ, 20 cm no LVd e 10 cm no LVdf, verificando-se uma relação inversa entre a profundidade alcançada pelo produto e o valor de Kf de Freundlich utilizado como estimador de Kd.

  15. Variabilidade espacial de atributos de solo e de Crotalaria juncea L. em área severamente erodida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. A. C. Salviano

    1998-03-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido numa área de produção comercial de cana-de-açúcar, situada no município de Piracicaba (SP, numa associação de Podzólico Vermelho-Amarelo + solo litólico, no período de novembro de 1994 a março de 1995. Essa área vem sendo explorada com cana-de-açúcar há, aproximadamente, 30 anos e apresentava diversos sulcos de erosão. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a variabilidade espacial de atributos de crotalária juncea (Crotalaria juncea L. e de solo em uma área sob condições de erosão severa. A área foi arada e gradeada com incorporação de 4 t ha-1 de calcário, antes da semeadura a lanço de 30 kg ha-1 de semente de crotalária juncea. Uma parcela de 50 x 70 m foi amostrada de acordo com uma malha de 5 por 5 m, totalizando 140 pontos. Foram avaliados atributos químicos do solo superficial (0,00-0,20 m e subsuperficial (0,20-0,40 m, sua granulometria e a espessura de solo remanescente (ES - definida como a camada do solo acima do horizonte C, além da produtividade de matéria seca (MS e altura da crotalária juncea (ALTPL. Os valores de atributos maiores ou menores que quatro desvios-padrões da média foram descartados. A colheita da parte aérea da crotalária foi realizada no início de sua floração, em miniparcelas de 2 x 2,5 m, e calculada a matéria seca. A dependência espacial dos atributos estudados foi avaliada por semivariogramas escalonados. Esses apresentaram dependência espacial, com exceção do P (0,00-0,20 m e K nas duas camadas. Os atributos puderam ser agrupados em três categorias homogêneas quanto ao alcance do semivariograma: atributos químicos do solo (12 a 32 m < componentes de planta (25 a 32 m < frações granulométricas (32 a 42 m. Os atributos que melhor explicaram a produtividade da crotalária juncea foram H + Al, valor T e saturação por bases.

  16. Dessorção de fósforo por silício em solos cultivados com eucalipto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Carvalho

    2000-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a dessorção de fósforo por silício nas camadas superficiais de um Latossolo Vermelho-Escuro sob cerrado e de um Cambissolo sob campo cerrado, da zona fisiográfica Campos das Vertentes (MG, foram realizados experimentos em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras (MG, no período de agosto de 1997 a maio de 1998. Cada solo foi submetido a três incubações seqüenciais: (a CaCO3 + MgCO3, para manter o pH em torno de 6,0; (b fertilização básica, incluindo o fósforo em dose única, calculada para manter 0,2 mg L-1 de P em solução; (c seis doses de silício (CaSiO3, definidas com base na dose de fósforo. Plantas de eucalyptus grandis foram cultivadas por 120 dias em vasos com capacidade para 3 dm³ de solo. A produção de matéria seca e o teor de P na matéria seca foram avaliados aos 60, 90 e 120 dias do transplantio das mudas para os vasos. Ajustaram-se superfícies de resposta dessas variáveis às doses de Si e às épocas. O P dessorvido contribuiu com 15,25% do conteúdo do nutriente na matéria seca das plantas cultivadas no Cambissolo (maior teor de caulinita.

  17. Soil structure degradation in patches of alfalfa fields Degradação da estrutura do solo em "patches" em pastagens de alfafa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Celeste Miretti

    2010-10-01

    propriedades do solo que podem afetar a produtividade da alfafa nos patches (PA e nas áreas normais (NA. Adicionalmente, os conteúdos de macro e micronutrientes foram determinados nas duas áreas. O experimento foi conduzido numa fazenda com solo Argiudol áquico. Dezoito pontos de amostragem foram estabelecidos, nove em PA e nove em NA. Em cada ponto foram coletadas amostras não perturbadas (5 × 5 cm para a determinação da densidade do solo (Ds, resistência do solo à penetração das raízes (RP, estresse efetivo (σ, curva de retenção de água e intervalo hídrico ótimo (IHO. Amostras perturbadas foram coletadas para avaliar o conteúdo de macro e micronutrientes, e a distribuição de partículas por tamanho. Não foram encontradas diferenças nas propriedades químicas entre PA e NA. Existe predomínio de agregados pequenos em PA, e a Ds, RP e s atingiram valores mais elevados em PA, enquanto o IHO foi mais estreito. Inadequada aeração em condições de excessiva umidade do solo e elevada resistência mecânica em condições de secamento poderão afetar a produtividade da alfafa. Os resultados indicam que a qualidade física do solo em PA é inferior que em NA.

  18. Eletroquímica de solos modais e de sua matéria orgânica em ambientes tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marihus Altoé Baldotto

    2014-12-01

    Full Text Available A química do solo vem estudando o comportamento da fração mineral dos solos tropicais intemperizados, incluindo a eletroquímica, o desenvolvimento de cargas e o fenômeno de adsorção. Por causa do amplo espectro a ser coberto no entendimento do comportamento da fração mineral, somado às dificuldades metodológicas, o estudo da complexa fração orgânica dos solos foi relativamente menos desenvolvido. A atual proposta revisita os primeiros trabalhos referentes à química de solos tropicais, buscando relacioná-los com dados de eletroquímica dos estoques de carbono do solo. O objetivo deste trabalho foi revisar aspectos de eletroquímica de solos, determinar e relacionar os pontos de carga zero, por diferentes métodos, os potenciais da dupla camada elétricae a eletroquímica do húmus de solos modais brasileiros, em uma sequência típica de intemperismo, visando a gerar informações para o seu manejo e conservação. Os métodos de estimativa dos ponto de carga zero dos solos apresentam resultados variados, mas com a mesma tendência entre os solos. Há predomínio de cargas negativas em ambas as camadas dos solos estudados. As cargas negativas dos coloides estão diretamente associadas à disponibilidade de elétrons do húmus e ambas diminuem com o estádio de intemperismo do solo.

  19. AVALIAÇÃO DAS PERDAS DE NITRATO EM SOLO IRRIGADO À DIFERENTES QUANTIDADES DE RADIAÇÃO SOLAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Sarolli Silva

    1999-04-01

    Full Text Available RESUMO Estudou-se o efeito da irrigação e da incidência diferenciada da radiação solar em uma bacia hidrográfica experimental, sobre um Latossolo Roxo distrófico, enriquecido com efluente de biodigestor anaeróbio, fonte de matéria orgânica, com o objetivo de acompanhar as perdas de nitrato causadas tanto pela lixiviação como pela diferentes microclimas no solo. Analisando-se os resultados obtidos, observou-se que a irrigação efetuada no período de 21 dias provocou uma grande perda de nitrato em todas as rampas estudadas. Com relação ao efeito da quantidade diferenciada de radiação solar incidente sobre a superfície do substrato (solo + efluente observou-se que esta causou variações nos valores de temperatura e umidade do solo, a ponto de definir diferentes ambientes e provocar perdas de nitrato mais acentuadas nas rampas com exposição norte.

  20. Metais pesados em solos de área de rejeitos de indústria de processamento de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. R. Ribeiro-Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Apesar de a poluição do solo ser amplamente constatada, estudos sobre as concentrações e formas dos metais pesados em solos e seus efeitos no ecossistema são ainda pouco enfatizados, principalmente em condições tropicais. O presente estudo foi desenvolvido em área de rejeitos de uma unidade de extração e industrialização de zinco pertencente à Companhia Mineira de Metais-CMM, em Três Marias (MG, com o objetivo de avaliar as quantidades e formas de metais pesados em sete locais representativos da área. Os locais foram selecionados para amostragem, baseando-se em diferenças na forma de contaminação, aspectos de solo, topografia e vegetação. Realizaram-se análises químicas de fracionamento de metais pesados e extrações simples com DTPA e Mehlich-1, buscando determinar os teores e formas dos metais na superfície e em profundidade e fazer inferências sobre o potencial de risco ambiental desses metais. Os teores totais dos metais nas camadas superficiais dos locais estudados foram, em média, de: 13.533 mg kg-1, para Zn; 170 mg kg-1, para Cd; 865 mg kg-1, para Cu, e 612 mg kg-1, para Pb, enquanto os teores trocáveis (MgCl2 nessas mesmas camadas variaram de 231 a 1.407 mg kg-1, para Zn; 14 a 390 mg kg-1, para Cd, e 11 a 33 mg kg-1, para Pb; o Cu raramente ocorreu nesta forma. Os solos dos locais estudados, com teores excessivos de Zn, Cd, Cu e Pb, são considerados poluídos. Em determinados locais contaminados por escoamento (superficial e subsuperficial e arraste de material de solo e rejeito, a poluição mostrou-se mais evidente nas camadas superficiais. No local da ustulação, verificou-se maior percentagem de Zn trocável em todos os níveis de profundidade. Nos demais locais, o Cd apresentou também grandes concentrações nas formas trocáveis, razão por que tal elemento oferece maior risco de contaminação ambiental. De modo geral, a ocorrência de Zn foi maior nas formas carbonato e residual, enquanto o Cd

  1. Ácidos húmicos e carvão vegetal ativado como amenizantes em solo contaminado por chumbo

    OpenAIRE

    Nielson Machado dos Santos; Adriana Maria de Aguiar Accioly; Clístenes Williams Araújo do Nascimento; Jorge Antonio Gonzaga Santos; Ivo Ribeiro Silva

    2014-01-01

    A contaminação de solos por chumbo representa importante risco à saúde humana, sendo o município de Santo Amaro da Purificação, BA, um dos mais graves casos de contaminação do metal. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de ácidos húmicos e carvão vegetal ativado como amenizantes da toxidez de Pb para plantas de milho cultivadas em solo contaminado, coletado próximo à área da metalúrgica responsável pela contaminação. As doses foram estabelecidas com base no teor de C dos materiais (...

  2. Perdas de solo e de água e infiltração de água em latossolo vermelho sob sistemas de manejo

    OpenAIRE

    Panachuki,Elói; Bertol,Ildegardis; Alves Sobrinho,Teodorico; Oliveira,Paulo Tarso Sanches de; Rodrigues,Dulce Buchala Bicca

    2011-01-01

    Os sistemas de manejo do solo alteram o microrrelevo e a cobertura por resíduos vegetais, influenciando a perda de solo e de água. Assim, os objetivos deste estudo foram avaliar as perdas de solo e de água e estimar a taxa de infiltração estável de água no solo (TIE) em diferentes sistemas de manejo, sob chuva simulada. As avaliações de campo foram conduzidas sobre resíduos vegetais, após a colheita da cultura da soja (Glycine max L. Merril). Estudaram-se três sistemas de manejo do solo: seme...

  3. A FERTIRRIGAÇÃO E O PROCESSO DE SALINIZAÇÃO DE SOLOS EM AMBIENTE PROTEGIDO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexsandro Oliveira da Silva

    2014-09-01

    Full Text Available A fertirrigação é uma das alternativas para o parcelamento da adubação em cultivos agrícolas, evitando perdas por lixiviação ou volatilização dos adubos, porém o seu uso excessivo e inadequado pode levar a salinização de solos, principalmente em casas de vegetação, pois o excesso de fertilizantes eleva a condutividade elétrica na solução do solo,  causando redução na produtividade das culturas. No presente texto, foram revisados trabalhos que direta ou indiretamente, abordaram o efeito da fertirrigação excessiva e sua contribuição ao processo de salinização de solos sob ambiente protegido, que apresentaram informações sobre a tolerância das culturas à salinização e seu manejo conjunto com a fertirrigação. Palavra-chave: condutividade elétrica; solução do solo, fertilizantes.   FERTIGATION AND SOIL SALINIZATION PROCESS IN GREENHOUSE ABSTRACT Fertigation is one of the options to split fertilizer application in crops, preventing fertilizers losses by leaching or volatilization, but its excessive and inappropriate use can lead soil salinization in greenhouses, because the fertilizer excess increases the electrical conductivity in soil solution, reducing crops yield. In this article, were revised studies that directly or indirectly address the effect of excessive fertigation and its contribution to the salinization process in soils under greenhouse, which showed information about the crops tolerance to salinization caused by fertilizers and their joint management with fertigation. Keywords: electrical conductivity; soil solution, fertilizers. DOI: http://dx.doi.org/10.14583/2318-7670.v02n03a10

  4. Variabilidade espacial de propriedades químicas em um solo salino-sódico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. J. Oliveira

    1999-12-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo estudar a variabilidade espacial de propriedades químicas em um solo salino-sódico de origem aluvial, no Perímetro Irrigado de São Gonçalo, município de Sousa (PB. Numa área experimental de 2.912 m², foram coletadas amostras de terra numa malha quadriculada com espaçamento de 4 x 4 m, na profundidade de 0 - 0,30 m. As análises dos dados foram realizadas por meio de técnicas estatísticas descritivas e geoestatísticas. Os resultados obtidos mostraram que a capacidade de troca catiônica (CTC apresentou distribuição normal, os dados de condutividade elétrica (CE, potássio e magnésio apresentaram distribuição lognormal e as demais propriedades químicas não seguiram nenhuma das distribuições avaliadas. Os maiores coeficientes de variação foram obtidos para magnésio, cálcio e condutividade elétrica (CE e o menor, para o pH. A análise da dependência espacial mostrou que a percentagem de sódio trocável (PST, potássio e cálcio revelaram forte dependência, enquanto a CTC, CE, Mg, Na e o pH apresentaram moderada dependência espacial, com alcance variando de 12 (CE e CTC a 27 m (Ca.

  5. Perdas e custos associados à erosão hídrica em função de taxas de cobertura do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Carmela Falci Dechen

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo é estimar custos da erosão hídrica associados às perdas de nutrientes em quatro taxas de cobertura artificial do solo. O experimento foi conduzido de 1987 a 1996, em talhões coletores de perdas por erosão, em Campinas (SP, em Latossolo Vermelho distroférrico, sob chuva natural. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos (taxas de cobertura do solo: 0%, 24%, 40% e 90% e três repetições. Para estimar os custos, os teores de P, K+, Ca2+ e Mg2+ na água da enxurrada e na terra carreada pela erosão foram somados, convertidos em superfosfato triplo, cloreto de potássio e calcário dolomítico, e multiplicados pelos seus preços de mercado. Os resultados indicam, para as condições experimentais, que quanto maior o percentual de cobertura do solo, menores as perdas de água, terra, matéria orgânica e nutrientes. O solo com 90% de cobertura, em comparação àquele com 0%, reduziu as perdas médias de água em 51,97%, de terra em 54,44% e de matéria orgânica em 54,91%. Em solo sem cobertura, foram estimadas perdas de 16% de P2O5 e 8% de KCl em relação à quantidade de fertilizantes recomendada. Os custos variaram de US$ 107,76 ha–1 ano–1 no solo com 0% de cobertura a US$ 18,15 ha–1 ano–1 no solo com 90%. A partir desses valores, estimaram-se para o Brasil perdas de 616,5 milhões de toneladas de terra ao ano, decorrentes do processo de erosão do solo em lavouras anuais, e custos da ordem de US$ 1,3 bilhão ao ano.

  6. Caracterização e classificação de solos em "ilhas florestais" e savanas associadas no Nordeste de Roraima

    OpenAIRE

    Keily Katiany Almeida Feitosa

    2009-01-01

    O conhecimento das propriedades físicas e químicas do solo sob ilhas florestais, inseridas nos ecossistemas de savana, é fundamental para seu uso sustentável e para entender a sua origem. Este trabalho teve como objetivo identificar a influência do solo na ocorrência de Ilhas Florestais em Savana. O estudo foi conduzido em quatro Ilhas Florestais (IF) e Savana (S) contígua, localizadas no nordeste de Roraima. Em cada Ilha Florestal, foram estabelecidos transectos no sentido leste oeste e ...

  7. Efeito residual de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Residual effect of herbicides applied in pre-emergence in different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.H. Inoue

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi monitorar o efeito residual dos herbicidas ametryne, clomazone e diuron, aplicados em pré-emergência, utilizando amostras de um Neossolo Quartzarênico e de um Latossolo Vermelho, com texturas e composições contrastantes. Para isso, foram conduzidos seis bioensaios em casa de vegetação, com amostras de um Neossolo Quartzarênico (textura arenosa e de um Latossolo Vermelho (textura argilosa. Foi avaliado o efeito residual de ametryne (0, 1,60 e 2,40 kg ha-1, clomazone (0, 0,90 e 1,10 kg ha-1 e diuron (0, 1,60 e 3,20 kg ha-1, por meio de semeadura de bioindicador previamente selecionado (Cucumis sativus ou Brachiaria decumbens aos 0, 25, 50, 75 e 100 dias após a aplicação (DAA. Verificou-se que ametryne proporcionou 80% de controle até os 40 DAA, independentemente do solo e da dose. O clomazone apresentou efeito residual satisfatório quando aplicado na dose recomendada em solo argiloso, mantendo o controle acima de 80% até os 71 DAA. Em solo arenoso, o controle não foi satisfatório já aos 25 DAA, mesmo na dose recomendada para solo argiloso. Diuron apresentou alta estabilidade em solo argiloso, observando-se controle superior a 91% até os 100 DAA na dose recomendada e controle acima de 80% até os 54 DAA na dose recomendada para solo arenoso. No entanto, em solo arenoso não houve aumento do efeito residual, mesmo com a aplicação da dose recomendada para solo argiloso.The objective of this work was to monitor the residual effect of the herbicides ametryne, clomazone and diuron, applied in pre-emergence, using Psament and Red Latosol with contrasting texture and composition. Thus, six experiments were conducted under greenhouse conditions with samples of Psament (sandy texture and Red Latosol (clay texture. The residual effect of ametryne (0, 1.60 and 2.40 kg ha-1, clomazone (0, 0.90 and 1.10 kg ha-1 and diuron (0, 1.60 and 3.20 kg ha 1 was evaluated by sowing the test plant (Cucumis sativus or

  8. Estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo em área irrigada por pivô central

    OpenAIRE

    Gonçalves,A. C. A.; Folegatti,M. V.; Silva,A. P.

    1999-01-01

    A heterogeneidade do solo faz com que o armazenamento de água seja variável, sendo necessária uma amostragem intensa, para caracterizar a sua distribuição espacial em uma área irrigada. Para fins de manejo da irrigação, é importante o monitoramento da umidade do solo durante o processo de secagem entre duas irrigações sucessivas. O presente trabalho tem por objetivos avaliar a estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo, a correlação da umidade com conteúdo de argila e a...

  9. Macrofauna Edáfica e Atributos Físicos e Químicos em Sistemas de Uso do Solo no Planalto Catarinense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Gonçalves da Rosa

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO O uso do solo pode alterar processos como decomposição da matéria orgânica, ciclagem de nutrientes e agregação das partículas e, com isso, influenciar a ocorrência da macrofauna. Objetivou-se com este estudo relacionar os sistemas de uso do solo e os efeitos deles sobre a distribuição de grupos da macrofauna do solo, bem como a relação desses com os atributos físicos e químicos do solo. Os sistemas de uso do solo avaliados foram: floresta nativa, reflorestamento de eucalipto, pastagem, integração lavoura-pecuária e lavoura com sistema plantio direto. As amostras foram coletadas em uma grade de amostragem de 3 × 3, totalizando nove pontos, distanciados entre si em 30 m, no inverno e verão, em três municípios do Planalto Sul-catarinense, considerados réplicas verdadeiras. As avaliações foram de atributos físicos e químicos do solo e da abundância e diversidade da macrofauna, coletada pelo método Tropical Soil Biology and Fertility (TSBF. Os organismos do solo são pertencentes a 16 grupos taxonômicos, com 4.702 indivíduos m-2 no inverno e 7.438 indivíduos m-2 no verão. Houve interação entre época e sistemas de uso do solo, com flutuação populacional dos organismos dependente do uso e com relação aos atributos físicos e químicos do solo, evidenciada pela análise de redundância, que apresentou alta correlação entre variáveis ambientais e fauna do solo. As mudanças na composição da macrofauna do solo foram observadas nos seus sistemas de uso, que tiveram maior intervenção antrópica. Floresta nativa, reflorestamento de eucalipto e pastagem são mais estáveis em termos de biodiversidade da macrofauna do solo, quando comparados com áreas agrícolas com plantio direto e integração lavoura-pecuária.

  10. Thermodynamic parameters for boron adsorption reaction on highly weathered tropical soils; Parametros termodinamicos da reacao de adsorcao de boro em solos tropicais altamente intemperizados

    Energy Technology Data Exchange (ETDEWEB)

    Soares, Marcio Roberto; Alleoni, Luis Reynaldo Ferracciu [Sao Paulo Univ., Piracicaba, SP (Brazil). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Dept. de Solos e Nutricao de Plantas]. E-mail: lrfalleo@esalq.usp.br; Casagrande, Jose Carlos [Sao Carlos Univ., Araras, SP (Brazil). Centro de Ciencias Agrarias. Dept. de Recursos Naturais e Protecao Ambiental

    2005-11-15

    The driving force of boron adsorption on some tropical soils was evaluated by means of thermodynamic parameters. The batch method was employed, and the reaction was monitored at different pH values. The Langmuir equation successfully fitted the experimental results and provided reasonable isotherm parameters. Boron adsorption increased as a function of the pH of the soil solution and the concentration of added boron. The reaction was favorable and proceeded spontaneously, being strongly exoergic, as indicated by a negative free energy ({delta}G) and a separation factor (K{sub R}) < 1. The boron adsorption phenomenon and the soil-solution interface were thermodynamically described using a theoretical model. (author)

  11. Fauna invertebrada e atributos físicos e químicos do solo em sistemas de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Irzo Isaac Rosa Portilho

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP nos principais grupos da macrofauna invertebrada do solo e a relação destes organismos com os atributos físicos e químicos do solo. Foram comparados: sistema de manejo convencional, sistema integração lavoura-pecuária, sistema plantio direto, pastagem cultivada continuamente e fragmentos naturais de Cerrado e de floresta semidecídua. O experimento foi conduzido em Dourados, MS, em um Latossolo Vermelho distroférrico típico, disposto em faixas. A maior densidade, riqueza e diversidade das famílias foi observada no sistema de ILP, em plantio direto, e no sistema em pastagem cultivada continuamente. O sistema convencional promoveu maior redução na comunidade dos organismos invertebrados do solo. O sistema de ILP favorece a manutenção da diversidade da fauna invertebrada, a formação dos agregados estáveis e a fertilidade do solo. A família Sthaphylinidae é um potencial bioindicador de qualidade do solo, principalmente na floresta semidecídua e no sistema de ILP.

  12. Efluxo de CO2, atributos físicos e carbono do solo em manejos agroecológicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Isabel de Souza Costa

    2017-06-01

    Full Text Available A avaliação de atributos solo em sistemas agroecológicos é de fundamental importância para verificar os benefícios desse tipo de manejo. Objetivou-se avaliar as características físicas, o efluxo de CO2 e o carbono orgânico em diferentes condições de manejo. A área de pesquisa pertence à Unidade de Serviços de Tecnologia alternativa, localizada na cidade de Glória do Goitá, Pernambuco, que desenvolve técnicas com base nos princípios agroecológicos, visando o desenvolvimento sustentável no ambiente rural. Três áreas foram selecionadas: Permacultura, Rotação de Cultura e Mata em Regeneração. Para cada uma das áreas foram coletadas amostras de solo deformadas e indeformadas, em duas profundidades 0-20 e 20-40 cm. As variáveis analisadas foram: granulometria, densidade e porosidade do solo, Carbono Orgânico Total (COT e calculada a Matéria Orgânica do Solo (MOS. Realizou-se também a medição do efluxo de CO2 do solo, utilizando uma câmara específica para solo acoplada ao IRGA, modelo 6400XT. Os resultados foram analisados pela comparação de médias utilizando o teste de Scott-Knot a uma probabilidade de 5%. A permacultura e a rotação de cultura apresentaram valores de atributos físicos que se aproximaram da condição de mata. Com relação aos teores de Carbono e MOS, a área de mata obteve as maiores médias, enquanto que para o efluxo de CO2, as áreas manejadas obtiveram médias superiores, demonstrando os benefícios destes manejos para a melhoria da qualidade do solo.CO2 efflux, physical attribute and soil carbon in agro-ecological management systems Abstract: Evaluation of soil in agroecological systems is of fundamental importance to check the influence of this type of soil management. The aim of this study is to evaluate the physical, CO2 efflux and the carbon in different management conditions. The survey area belongs to Alternative Technology Services Unit, located in Gloria do Goitá, Pernambuco

  13. Parâmetros erosividade da chuva e da enxurrada correlacionados com as perdas de solo de um solo Bruno Não-Cálcico Vértico em Sumé (PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. W. Albuquerque

    1998-12-01

    Full Text Available Foram estudadas correlações lineares simples entre os parâmetros erosividade da chuva e da enxurrada e as perdas de solo provocadas por chuvas erosivas num solo Bruno Não-Cálcico Vértico. Os dados correspondentes aos anos de 1986-1990 foram obtidos na estação experimental de Sumé (PB, pertencente à Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Os parâmetros erosividade da chuva e da enxurrada estudados foram: (a altura total da chuva (P, em mm; (b intensidades máximas (In, ocorridas nos tempos de 5; 10; 15; 20; 25; 30; 35; 40; 45; 50; 55; 60 e 120 minutos, respectivamente, em mm h-1; (c energia cinética total, pelo método de Wischmeier e Smith (Ec e pelo método de Wagner e Massambani (EcW, em MJ ha-1; (d somatório da energia cinética de intensidades superior a 10 mm h-1 (Ec > 10 e EcW > 10 em MJ ha-1; (e somatório da energia cinética de intensidades superior a 25 mm h-1 (Ec > 25 e EcW > 25, em MJ ha-1; (f produtos da energia cinética total pelas intensidades máximas de chuva em intervalos crescentes de tempo (EIn, ou seja: EI5; EI10; EI15; EI20; EI25; EI30; EIW30; EI35; EI40; EI45; EI50; EI55; EI60 e EI120, em MJ mm ha-1 h-1; (g produtos da altura total da chuva pelas intensidades máximas das chuvas em intervalos crescentes de tempo (PIn, ou seja: PI5; PI10; PI15; PI20; PI25; PI30; PI35; PI40; PI45; PI50; PI55; PI60 e PI120, em mm² h-1, e (h volume de enxurrada (Vu, em m³. O parâmetro volume de enxurrada (Vu foi o que melhor estimou (r = 0,812 as perdas de solo em Sumé (PB. Dentre os parâmetros erosividade da chuva, o que melhor se correlacionou com as perdas de solo foi o parâmetro PI25 (r = 0,753. As equações de Wischmeier & Smith e de Wagner & Massambani, utilizadas no cálculo da energia cinética total da chuva, apresentaram o mesmo grau de precisão na estimativa das perdas de solo.

  14. Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contaminação com metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carneiro Marco Aurélio Carbone

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, o comportamento de espécies herbáceas em relação ao excesso de Cd e Zn no solo. O gradiente de contaminação foi estabelecido a partir de mistura de solo contaminado com solo sem contaminação em diferentes proporções. As sementes foram semeadas em tubetes contendo 250 mL de solo, e após 90 dias as plantas foram colhidas e avaliadas. A maioria das espécies apresentou redução no crescimento com aumento da contaminação do solo e elevadas concentrações de Cd e Zn na matéria seca da parte aérea (MSPA, na mistura com 15% de solo contaminado. A espécie Pffafia sp. mostrou-se tolerante à contaminação, crescendo em misturas de solo contendo até 90 mg kg-1 de Cd e 1.450 mg kg-1 de zinco. Além disso, apresentou concentração superior a 100 mg kg-1 de Cd na MSPA, sendo considerada hiperacumuladora desse metal. Sida glaziovii, Bidens pilosa, Rhynchelytrum repens, Cenchrus echinatus e Nicandra physaloides, por sua vez, foram severamente afetadas pela contaminação, ao contrário de Trifolium repens, Euchlaena mexicana, Cynodon dactylon, Avena strigosa, Cenchrus ciliares e Cyperus sp. que apresentaram crescimento satisfatório. As espécies avaliadas mostram-se promissoras para estudos adicionais sobre a reabilitação de áreas contaminadas com metais pesados.

  15. Resposta espectral de solos em razão do ângulo de visada, da umidade e da rugosidade superficial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ACCIOLY LUCIANO JOSÉ DE OLIVEIRA

    2000-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar as variações do fator de refletância bidirecional (FRB de três séries de solo (McAllister, Stronghold e Epitaph da microbacia experimental de Walnut Gulch (Arizona, EUA em razão do ângulo de visada, da rugosidade superficial e do teor de umidade. Foram consideradas as faixas espectrais do visível e do infravermelho próximo e médio presentes no sensor TM, e os resultados foram expressos em termos de FRB em relação à resposta no Nadir (FRB relativo. O anisotropismo variou de solo para solo e foi maior nas menores faixas espectrais, nos ângulos de visada maiores localizados na direção do retroespalhamento, nos ângulos solar-zenitais maiores, e na condição de solo seco. No solo Epitaph (único solo submetido ao estudo de rugosidade o anisotropismo foi também maior na superfície mais rugosa. Entretanto, uma melhor diferenciação entre as superfícies lisa e rugosa do solo Epitaph foi obtida na direção do espalhamento da energia refletida. Diferenças na escala e nos métodos de obtenção dos dados são apontadas como causas do realce do comportamento anisotrópico dos dados obtidos em condições de laboratório, em comparação com os dados de campo.

  16. Caracterização micropedológica de solos reabilitados após exploração de bauxita em Porto Trombetas (PA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. L. P. Ruivo

    2002-09-01

    Full Text Available Foi realizado um estudo micromorfológico em solos alterados após a exploração de bauxita, em sítios recuperados entre 1981 e 1987, em comparação ao Latossolo Amarelo inalterado (LA, como referência, para subsidiar indicadores de recuperação dos solos. O estudo foi desenvolvido no Platô Saracá, na mina de bauxita de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no estado do Pará. Técnicas micromorfológicas e uso de microssonda de EDS, microscopia ótica e eletrônica de varredura foram avaliadas em conjunto com dados físicos e químicos dos solos alterados e do LA, nas profundidades de 0-10 e 40-50 cm. O Latossolo Amarelo mostrou forte microestrutura granular, enquanto os solos alterados apresentaram grande variabilidade em microestrutura e feições micropedológicas. O retorno do horizonte superficial, rico em matéria orgânica, favoreceu a microagregação. De modo geral, os solos alterados mostraram maior massividade e agregados mais coalescidos, em relação ao LA de referência. Análises microquímicas de EDS comprovaram a heterogeneidade dos solos superficiais alterados, com ocorrência de nódulos gibbsíticos, ferruginosos, concreções, agregados cauliníticos e plasma dominado por argilominerais 1:1, sob intensa pedobioturbação.

  17. Riqueza da fauna de formigas (Hymenoptera: Formicidae que habita as camadas superficiais do solo em Seara, Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Rosa da Silva

    2004-01-01

    Full Text Available Apresentamos, pela primeira vez, dados sobre a riqueza que compõem as comunidades de formigas subterrâneas no Sul do Brasil, comparando os resultados com dados sobre a fauna de formigas de serapilheira na mesma região, a partir de um estudo realizado em 9 sítios de Seara, oeste do Estado de Santa Catarina, no domínio da Floresta Tropical Atlântica. Coletamos nas amostras de solo e serapilheira 113 espécies de formigas em 37 gêneros, sendo menos ricas as amostras de solo (71 espécies em 24 gêneros, enquanto que na serapilheira coletamos 81 espécies em 36 gêneros. Esses habitats compartilham 39 espécies. O índice de similaridade de Morisita-Horn indicou baixa sobreposição na composição de espécies entre a fauna de solo e serapilheira. Os valores de similaridade entre os sítios podem ser considerados médios. Uma análise de ordenação (NMDS indicou diferenças na estrutura de comunidades entre as faunas de solo e serapilheira e distribuição espacial agregada da fauna subterrânea. Nossos resultados indicam que existe uma forte complementariedade entre os dois segmentos de fauna. Concluímos que a fauna de formigas subterrâneas é um importante componente da riqueza de espécies de formigas que habita o solo e, que portanto protocolos para levantamentos quantitativos de formigas, devem incluir amostras de solo para uma melhor avaliação da sua diversidade em florestas tropicais.We present here, for the first time, data on species richness and abundance of subterranean ant assemblages in southern Brazil, based on a research on the subterranean ant fauna in 9 sites in Seara, West of Santa Catarina State, in the domain of Tropical Atlantic Forest, comparing our results with those of a leaf litter ant fauna survey conducted in the same region. We collected in both soil and litter samples 113 ant species belonging to 37 genera. Ants were much less species rich in soil samples (71 species in 24 genera, while in leaf litter we

  18. Dinâmica de nutrientes na solução do solo em pomar fertirrigado de citros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Regina de Souza

    2012-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica de nutrientes na solução do solo após a aplicação, via fertirrigação, de nitrogênio, fósforo e potássio a laranjeiras. O experimento foi realizado entre setembro de 2007 e outubro de 2009, em pomares de laranjeiras 'Valência' e 'Hamlin', enxertadas sobre citrumeleiro 'Swingle'. Foram avaliadas cinco doses de N, P2O5 e K2O (0, 25, 50, 100 e 200% da dose recomendada. A solução do solo foi extraída a 30 e 60 cm de profundidade, com o auxílio de extratores com cápsulas porosas. Foram realizadas 11 avaliações durante o período experimental, com as extrações iniciadas após 12 horas das fertirrigações. O aumento das doses reduziu o pH (pH~3,5, na maior dose, e aumentou a condutividade elétrica (CE~1,5 dS m-1, na maior dose e os teores de NH4, NO3, P, K, Mn e Zn na solução do solo, nas duas profundidades amostradas. Nos meses com maior precipitação pluvial, houve perda potencial de nutrientes por lixiviação, pois maiores concentrações de NO3, K e B foram observadas à profundidade de 60 cm. A análise da solução do solo, obtida por extratores com cápsula de cerâmica porosa, pode ser considerada ferramenta auxiliar para monitorar e avaliar a disponibilidade de nutrientes às plantas.

  19. Desempenho de cultivares e híbridos de milheto em solo submetido a compactação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christianne V. Guimarães

    2013-11-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o crescimento aéreo e radicular de cultivares e híbridos de milheto em solo submetido a quatro níveis de compactação do solo. Foram utilizados sete híbridos de milheto - Pennisetum glaucum L. (40425, 40853, 41312, 51499, 60018, 60019 e ADR7010 e as variedades ADR300 e ADR500; aos 30 dias após o plantio determinaram-se as massas da matéria seca da parte aérea e das raízes, a densidade do comprimento radicular e o diâmetro médio radicular. Na densidade de 1,74 Mg m-3 as cultivares e híbridos de milheto apresentaram uma redução elevada da massa verde da parte aérea, massa seca da parte aérea, altura de plantas e área foliar. Os híbridos 40853 e 60019 apresentaram comportamento inferior aos demais híbridos e cultivares na produção de matéria verde e seca da parte aérea e altura de plantas na densidade de 1,65 Mg m-3. As cultivares ADR500 e ADR300 e os híbridos 40425 e 51499 se destacaram na produção de massa verde e seca e altura de plantas na densidade de 1,65 kg m-3. A maior densidade de comprimento radicular média entre as cultivares de milheto foi verificada na densidade do solo de 1,46 Mg m-3. A cultura do milheto demonstrou potencial como planta descompactadora do solo.

  20. Variabilidade espacial do armazenamento e perda média diária de água pelo solo no sistema de semeadura direta em Campinas, SP

    OpenAIRE

    Siqueira,Glécio Machado; Vieira,Sidney Rosa; Camargo,Marcelo Bento Paes de

    2008-01-01

    O processo de armazenamento de água no solo depende de características internas e externas ao meio. Desta maneira, este estudo teve como objetivo avaliar a variabilidade espacial do armazenamento (mm) e a perda média diária de água pelo solo (mm dia-1) cultivado com mamona (Ricinus cummunis L.), em semeadura direta, e sua relação com os agentes meteorológicos (precipitação, radiação solar, temperatura e direção do vento) em Campinas (SP). As medições de umidade do solo foram efetuadas em 10 d...

  1. ADEQUAÇÃO DOS MODELOS DE LANGMUIR E FREUNDLICH NA ADSORÇÃO DE COBRE EM SOLO ARGILOSO DO SUL DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Morgana Suszek Gonçalves

    2013-09-01

    Full Text Available Os estudos da capacidade de adsorção de metais pesados em um solo podem ser empregados para avaliar a contribuição deste na contaminação de águas superficiais e subterrâneas. Este trabalho teve por objetivo estudar a adequação dos modelos de Langmuir e de Freundlich para descrever a adsorção de cobre em Latossolo Vermelho Distrófico úmbrico de textura argilosa. Para determinação da capacidade de adsorção de cobre no solo, utilizou-se 2,000g de solo adicionados de 10 mL de CaCl2 0,01 mol L-1 e 10 mL de soluções de CuCl2 em diferentes concentrações. A capacidade máxima de adsorção de cobre no solo, determinada pelo modelo de Langmuir, foi de 2,95 mg g-1. Além disso, os resultados demonstraram que o modelo de Freundlich apresentou melhor ajuste aos dados experimentais, simulando adequadamente a adsorção do cobre no solo em estudo.

  2. Zonas de manejo em função de propriedades de solo, relevo e produtividade da lavoura cafeeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Manoel Rezende de Melo

    2017-07-01

    Full Text Available O objetivo foi determinar zonas de manejo correlacionando produtividade, altitude, parâmetros de textura e fertilidade de solo em propriedades cafeeiras do sul de Minas Gerais. O experimento foi realizado em Inconfidentes (MG, em uma lavoura de café da cultivar Rubi com 0,849 ha-1, no espaçamento 2,2 m x 1,3m, em dezembro de 2011, em Latossolo Vermelho Amarelo distrófico. O local está situado a 957 metros de altitude com parte da lavoura situada no topo de morro e a outra parte em meia encosta, apresentando declividade máxima entre os pontos de maior e menor altitude de 37 %. O local para a coleta de solo está situado em cada ponto georreferenciado com um receptor GPS, para a zona 23k no sistema de referências SIRGAS 2000. Posteriormente foram analisados os parâmetros químicos, físicos, altitude e declividade da área. Para verificar a dependência espacial dos fatores em estudo, utilizou-se da geoestatística. Na presença de dependência espacial foram confeccionados os mapas de gradiente. Os resultados demonstram que não foi possível encontrar dependência espacial para o fósforo. Para as variáveis matéria orgânica, potássio, saturação de bases, pH e declividade, foi possível identificar zonas de manejo em função da correlação significativa com a altitude. A produtividade nos dois anos apresentou variabilidade espacial e temporal. Conclui-se, desta forma, que zonas de manejo podem ser identificadas correlacionando altitude com parâmetros de fertilidade. Para a produtividade e textura nos dois anos de estudos, não foram observadas zonas de manejo.

  3. Comportamento dos teores de sais em perfil de solo com vegetação nativa e cultura irrigadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Guedes Souza

    2016-04-01

    Full Text Available A salinização do solo é um problema que vem crescendo em todo o mundo; principalmente nas regiões áridas e semiáridas, tendo um agravante maior devido a baixa precipitação e a elevada evaporação. Nestas condições nem sempre as aguas utilizadas são de boa qualidade afetando a capacidade das plantas de expressar seu máximo potencial produtivo. Diante disto, objetivou-se com o presente estudo avaliar o comportamento dos sais no solo sob condições naturais e irrigadas por águas residuárias da cidade de Campina Grande, PB durante o período de maio a julho de 2014. A pesquisa em campo foi realizada na propriedade Cajá que são abastecidas pelas águas do rio Bodocongó, destinada à produção de capim Mombaça, capim Tifton, Sorgo e Milho irrigados através de sistemas de irrigação como pivô, aspersão fixa, e inundação. Foram coletados três pontos distintos de amostras de solo nas profundidade de 10 cm, 30 cm, 60 cm, 75 cm, 90 cm. Sendo o primeiro na área irrigada por superficial o segundo área nativo na propriedade vizinha e o terceiro na área irrigada do pivô. O aumento do pH nas áreas irrigadas tornando os solos alcalinos, em relação a salinidade verificou-se um aumento significante nos solos irrigados em decorrência dessa própria irrigação com aguas salinas e o PSI teve um aumento em decorrer da profundidade em todas as cinco amostras. Behavior of salts content in soil profile with native vegetation and culture irrigatedAbstract: Soil salinization is a problem that has been growing throughout the world; especially in arid and semi-arid regions, and more aggravating because of low rainfall and high evaporation. Under these conditions the waters used are not always good quality affecting the ability of plants to express their full productive potential. In view of this, the aim of the present study was to evaluate the behavior of salts in the soil under natural conditions and irrigated by wastewater from the

  4. Influência da cultura anterior e da compactação do solo na absorção de macronutrientes em soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Rosemeire Helena da

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a concentração e a absorção de macronutrientes em soja cultivada em subseqüência a sete espécies vegetais em solo com diferentes níveis de compactação. O experimento foi conduzido em vasos contendo amostras de um Latossolo Vermelho, textura franco-arenosa, com camada de 3,5 cm compactada até as densidades de 1,12, 1,36 e 1,60 Mg m³, em que se cultivou anteriormente aveia-preta, guandu, milheto, mucuna-preta, soja, sorgo granífero, tremoço azul, mantendo-se um tratamento sem planta (pousio. Essas espécies se desenvolveram por 37 a 39 dias, foram cortadas ao nível do solo, picadas em partículas de, aproximadamente, 3 cm, e deixadas sobre a superfície do vaso por 40 dias. As plantas foram colhidas 28 dias após a emergência. Avaliou-se a produção de matéria seca, concentração e acúmulo de macronutrientes na parte aérea das plantas. A compactação do solo em subsuperfície diminui a nutrição da soja. A nutrição da soja é beneficiada quando cultivada em sucessão a plantas de cobertura no solo. O pousio antecedendo a cultura da soja não é recomendado como meio de reduzir os efeitos da compactação do solo.

  5. Indicadores microbiológicos de qualidade do solo em Florestas de Araucária no Estado de São Paulo

    OpenAIRE

    Simone Cristina Braga Bertini

    2011-01-01

    A Araucaria angustifolia, conhecida como Pinheiro-do-Paraná é uma espécie ameaçada de extinção no Brasil, está inserida num bioma rico em biodiversidade, a Mata Atlântica, e muito pouco se conhece sobre os atributos microbiológicos dessas florestas. Este trabalho teve como objetivo avaliar potenciais atributos microbiológicos do solo e algumas variáveis ambientais (atributos químicos, físicos e efeito sazonal), a fim de estabelecer bioindicadores de qualidade do solo em Florestas de Araucária...

  6. Fenóis derivados da lignina, carboidratos e aminoaçúcares em serapilheira e solos cultivados com eucalipto e pastagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2011-04-01

    Full Text Available O cultivo de espécies florestais como o eucalipto em solos ocupados por pastagens pode levar a alterações no processo de decomposição de resíduos vegetais e na formação da matéria orgânica do solo (MOS, principalmente por alterar a contribuição de diferentes compostos orgânicos e modificar a atividade e a diversidade microbiana. Neste sentido, o presente estudo teve o objetivo de avaliar alterações causadas pelo cultivo do eucalipto em compostos orgânicos, tais como: fenóis derivados de lignina, carboidratos e aminoaçúcares, visando identificar o estádio de decomposição e a contribuição de compostos de origem microbiana para a MOS em solos do litoral Norte do Espírito Santo em comparação àqueles de pastagem. Os resultados indicaram menor aporte de carboidratos e teor de lignina similar na serapilheira de eucalipto em comparação àqueles da pastagem. Os fenóis derivados de lignina, que se caracterizaram pela presença de compostos do grupo cinamil (ácidos ferúlico e p-coumárico em maior teor, refletiram em maior acúmulo destes compostos e carboidratos totais no solo de pastagem, embora os teores totais de lignina, COT, NT e aminoaçúcares tenham sido semelhantes entre os cultivos. Nos solos cultivados com eucalipto obteve-se maior contribuição de componentes de origem vegetal (menor relação H/P para a MOS que aqueles de origem microbiana em comparação aos solos sob pastagem. O teor de determinados aminoaçúcares, como a glucosamina, nos solos indicou que os fungos são mais abundantes que bactérias e actinomicetos, especialmente no solo de pastagem.

  7. Fenóis derivados da lignina, carboidratos e aminoaçúcares em serapilheira e solos cultivados com eucalipto em sistemas convencional e fertirrigado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodinei Facco Pegoraro

    2013-06-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar os teores de fenóis derivados de lignina, carboidratos e aminoaçúcares, bem como o estádio de decomposição e a contribuição de compostos de origens vegetal e microbiana para a matéria orgânica do solo (MOS em sistemas de cultivo convencional e fertirrigado de eucalipto. Foram realizadas coletas de serapilheira e solo (Argissolo em dois sistemas de cultivo de eucalipto (convencional e fertirrigado em dois locais de coleta (linha e entrelinha, com três repetições. Foram avaliados a produção de serapilheira, os teores de C orgânico total (COT, N total (NT, lignina e fenóis derivados da lignina e suas relações entre grupamentos ácidos e aldeídos (Ac/Al, carboidratos e suas relações hexose/pentose, aminoaçúcares e a relação glucosamina/ácido murâmico no solo. O sistema de cultivo de eucalipto fertirrigado promoveu maior produção de serapilheira, diminuindo o teor de carboidratos, e não alterou o teor de lignina na serapilheira, em comparação com o convencional. No solo, o maior acúmulo de serapilheira (22% no sistema fertirrigado aumentou o teor de carboidratos totais, lignina e aminoaçúcares, principalmente nas entrelinhas de cultivo, em que foram amontoados e enterrados os resíduos da colheita anterior. Também houve aumento na relação hexoses/pentoses, indicando maior presença de compostos originários da comunidade microbiana na MOS. Entre os compostos de origem microbiana, observou-se maior presença de glucosamina, indicando maior contribuição fúngica para a formação da MOS do cultivo fertirrigado.

  8. Método do Perfil Cultural para avaliação do estado físico de solos em condições tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Tavares Filho

    1999-06-01

    Full Text Available Uma nova abordagem para adoção do método do Perfil Cultural em condições de solos tropicais é aqui tratada. Analisou-se a evolução desse método desde seu início na França, na década de 1960, até a proposta de sua utilização no estudo de manejo de solos tropicais. Tal método mostra-se eficiente no diagnóstico qualitativo do estado físico dos solos no campo, na orientação de amostragem de solos, no estudo dos efeitos da antropização, na visualização das interações físicas, químicas e biológicas dos solos, nos estudos de mecânica do solo no campo e no estudo da organização estrutural de solos agrícolas, além de auxiliar na análise do sistema radicular.

  9. Uso da vinhaça no abacaxizeiro em solo de baixo potencial de produção

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miralda Bueno de Paula

    1999-07-01

    Full Text Available O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a vinhaça como fonte de K para o abacaxizeiro (Ananas Comosus L., em substituição ao KCl, e seus efeitos sobre as características químicas do solo. O experimento foi instalado em um LV, textura argilosa, utilizando a cv. Smooth Cayenne. Os tratamentos constaram de quatro doses de vinhaça (0 - 100 - 200 - 400 m³/ha, mais um tratamento adicional: 12 g/planta K2O (KCl. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com três repetições. Verificou-se efeito significativo da vinhaça e do KCl sobre a produção. Com 400 m³/ha de vinhaça e 20,5 g/planta de KCl , os rendimentos tiveram um acréscimo de 70% e 73%, respectivamente, em relação à testemunha. O fornecimento de K elevou a porcentagem de acidez titulável total e sólidos solúveis totais nos frutos, porém não houve diferença significativa entre as fontes. Os teores foliares de K foram aumentados significativamente pela aplicação de vinhaça e de KCl, e os teores de Mg decresceram. A aplicação de vinhaça contribuiu para aumento, no solo, dos teores dos cátions K, Ca, Mg e para a lixiviação de K. Vinhaça e KCl elevaram a níveis adequados, para cultura, a porcentagem de K na soma de bases.

  10. Metais pesados, densidade e atividade microbiana em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. E. Dias-Júnior

    1998-12-01

    Full Text Available As atividades relacionadas com mineração e indústria metalúrgica são responsáveis pela poluição de extensas áreas de solo em todo o mundo, sendo seus efeitos ainda pouco conhecidos nas condições brasileiras. No presente trabalho, os teores totais e solúveis em água de metais pesados, a densidade e a atividade microbiana foram avaliados em 1996, em sete locais de uma área de deposição de rejeitos da industrialização de zinco, em elevado estádio de degradação, e num local fora da área contaminada, considerado como referência, no estado de Minas Gerais. Todos os locais contaminados apresentaram elevados teores de metais pesados totais e solúveis em água, atingindo, respectivamente, os seguintes valores máximos, em mg kg-1: 11.969 e 726 de Zn; 109 e 18 de Cd; 1.016 e 0 de Pb e 887 e 8 de Cu. Todas as características biológicas avaliadas foram afetadas pelos elevados teores de metais com exceção do número de amonificadores. O C-biomassa apresentou redução acima de 80% em quatro locais contaminados em relação ao local fora da área contaminada. A respiração basal do solo foi maior no local contaminado coberto com Andropogon sp. e menor nos sítios sem vegetação. O número de actinomicetos e de fungos cultiváveis foi menos afetado pela contaminação que o número total de bactérias. Azospirillum spp. foram detectados apenas no local de referência. Oxidantes de amônio foram verificados em somente dois locais que continham vegetação, enquanto os oxidantes de nitrito foram detectados na maioria dos locais amostrados. Verificou-se a tendência de maior densidade e atividade microbiana nos locais contaminados e com algum tipo de vegetação. A concentração total e solúvel de Zn, de Cd e de Cu correlacionou-se fracamente com as características biológicas, exceto para o qCO2, o qual se mostrou promissor como indicador da contaminação com esses metais. Os dados indicaram uma interação qu

  11. Adubação foliar de boro em diferentes estádios fenológicos da cultura do amendoim Boron leaf application at different growth stages of peanut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Paulo Machado Mantovani

    2013-04-01

    Full Text Available A adubação boratada foliar, na cultura do amendoim, pode ser uma estratégia viável para fornecimento desse elemento à planta; porém, são poucos os conhecimentos sobre dosagens, épocas e efeitos de parcelamento das doses. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características de produção e a composição mineral foliar em diferentes doses, épocas de aplicação e parcelamentos da adubação boratada. O experimento foi conduzido na safra de verão 2010/2011, em Latossolo Vermelho distroférrico, em Rubiácea (SP. Foram estudadas as doses de zero; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kg ha-1 de boro (B, aplicadas por via foliar, utilizando-se como fonte o ácido bórico. Os efeitos da adubação boratada foram testados em doses únicas nos estádios V1 ou R5, além do parcelamento da dose de 1,0 kg ha-1 (0,5 kg ha-1 em V1 e R5, de 1,5 (0,75 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5 e de 2,0 kg ha-1 (1,0 kg ha-1 em V1 e R5; 0,5 kg ha-1 em V1, R1, R3 e R5. O aumento na produtividade de amendoim em casca ocorreu apenas com a dose de 1,5 kg ha-1, parcelada em três aplicações de 0,5 kg ha-1 em V1, R1 e R5. A utilização de 2,0 kg ha-1 de B foliar no amendoim causou efeito depressivo na produtividade, rendimento e número de vagens por planta.Boron leaf application to the peanut crop can be a viable strategy for supplying this element to the plant, however, knowledge os lacking on rate, time and dose split. The aim of this study was to evaluate the production and the leaf mineral composition at different rates, application times and split of boron fertilization. The experiment was conducted in the summer harvest 2010/2011 in an Oxisol in Rubiácea (SP. Leaf applications of boron rates of 0, 0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 kg ha-1 were tested using boric acid as source. The effects of boron fertilization were tested in single doses at the V1 and R5 growth stages, in addition to splitting the rate of 1 kg ha-1 ( 0.5 kg ha-1 at V1 and R5, 1.5 (0.75 kg ha-1 at V

  12. Banco de sementes do solo de uma Floresta Estacional Semidecidual, em Viçosa, Minas Gerais.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juvenal Pinheiro Batista Neto

    2010-08-01

    Full Text Available Avaliou-se quantitativa e qualitativamente a florística do banco de sementes do solo de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana, no município de Viçosa, MG. No final da estação chuvosa (março/2004, foram coletadas duas amostras de solo de 20 x 15 cm, com 5 cm de profundidade, no centro de seis subparcelas contíguas de 10 x 20 m, em dez parcelas permanentes de 20 x 60 m, em dez locais, totalizando 120 amostras (3,6 m2. As amostras de solo foram colocadas em estruturas de sombreamento de 11,5 % e 60 %, e as sementes germinadas foram identificadas em graminóides, herbáceo-cipós, arbustivas e arbóreas. Foram registradas 3.416 sementes germinadas, sendo 30,2 % graminóides, 29,2 % herbáceo-cipós, 17,5 % arbustivas e 23,1 % arbóreas, estas duas últimas distribuídas em 17 famílias, 25 gêneros e 31 espécies. Melastomataceae, Cecropiaceae e Piperaceae contribuíram com 31,8 %, 10,0 % e 8,8 % do total de espécies, respectivamente, sendo que Miconia cinnamomifolia e Leandra purpurascens foram responsáveis por 59,3 % das sementes arbustivo-arbóreas germinadas. As pioneiras se destacaram com 61,3 % das espécies e 88,5 % das sementes germinadas. Não foram registradas espécies secundárias tardias. A densidade média de sementes germinadas para todos os hábitos e locais foi de 949 sementes/m2. O número de espécies e de sementes germinadas do grupo arbustivo-arbóreo diferiu significativamente pelo teste Kruskal-Wallis (P ≤ 0,05 entre os locais estudados. Esses resultados indicam que, no banco de sementes do solo, há predomínio de espécies pioneiras que são importantes para a sucessão em clareiras ou após o corte da floresta. Porém, esse estoque de sementes não é suficiente para a continuidade do processo de sucessão, que inclui o estabelecimento de maior proporção de espécies secundárias iniciais e tardias. Isso indica que há necessidade de um manejo adequado do banco de pl

  13. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos do Rio Grande do Norte

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Welka Preston

    2014-06-01

    Full Text Available O crescimento industrial e o populacional têm aumentado os teores de metais pesados nos solos e impactado a qualidade desse recurso. Nesse contexto, as agências de proteção ambiental vêm despendendo esforços para o estabelecimento de índices que possam identificar áreas suspeitas de contaminação. Valores de Referência de Qualidade para Solos (VRQs refletem a concentração natural de determinada substância no solo, sem interferência antrópica. O trabalho objetivou estabelecer os VRQs para os metais Ag, Ba, Cd, Co, Cr, Cu, Ni, Pb, Sb, V e Zn exigidos pelo Conama, para composição da legislação direcionada ao monitoramento desses elementos nos solos do Estado do Rio Grande do Norte. Foram coletadas 416 amostras de solo em áreas de mata nativa ou com mínima influência antrópica. A abertura das amostras foi efetuada pelo método EPA-3051A, sendo os metais determinados por espectrometria de emissão ótica (ICP-OES e absorção atômica (AA. Os resultados do trabalho comprovaram que estudos regionalizados são essenciais para definição de VRQs. Os VRQs calculados para o Rio Grande do Norte foram mais restritivos que os de outros estados do país. A análise fatorial de confirmação dos dados foi útil para obtenção de VRQs mais confiáveis e demonstrou que para o Estado esses valores podem ser estabelecidos com apenas duas repetições por local de coleta. Nesse sentido, é primordial um planejamento prévio, de distribuição dos locais de amostragem, de maneira que os diversos compartimentos geomorfológicos, pedológicos e geológicos do Estado sejam representados.

  14. Oxidação de ferro em raízes de dois cultivares de arroz em solução de solo inundado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    G. Nava

    2002-06-01

    Full Text Available O arroz cultivado em regime de inundação pode apresentar sintomas de desordens nutricionais semelhantes àqueles descritos quando ocorre toxidez de ferro. Os sintomas não ocorrem com a mesma intensidade em todos os cultivares e têm sido mais freqüentes nos cultivares modernos. O objetivo do trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, a capacidade das plantas em oxidar o Fe reduzido (Fe2+ sobre a superfície das raízes, comparando duas variedades de arroz com diferentes sensibilidades ao Fe2+ em solução (BR IRGA 409 e EPAGRI 108 e duas soluções com diferentes concentrações de Fe2+. O delineamento experimental foi completamente casualizado e consistiu de um fatorial 2² com mais um tratamento em branco, no qual as plantas foram mantidas somente em solução nutritiva. Para obter soluções com diferentes concentrações de Fe2+, foram utilizados dois solos (Gleissolo Lâmico e Planossolo Hidromórfico. As plantas foram cultivadas em solução nutritiva completa por 30 dias e, posteriormente, em soluções extraídas dos solos inundados por mais 24 horas. A capacidade oxidativa das plantas foi estimada a partir da quantidade de compostos de Fe acumulados na superfície das raízes. Os cultivares BR IRGA 409 e EPAGRI 108 apresentaram a mesma capacidade de oxidar o Fe2+ sobre a superfície das raízes, não sendo a capacidade de oxidação a variável diferenciadora dos dois cultivares quanto à maior ou menor sensibilidade à toxidez de Fe. A solução do Planossolo, por ser mais concentrada em Fe2+ (280 mg L-1, promoveu maior precipitação de óxidos sobre as raízes do que a solução do Gleyssolo, menos concentrada (118 mg L-1. A camada de óxidos precipitada sobre as raízes do cultivar EPAGRI 108, tolerante à toxidez de Fe, foi menos ativa em adsorver P do que do cultivar BR IRGA 409, considerado sensível.

  15. Qualidade física e intervalo hídrico ótimo em latossolo e cambissolo, cultivados com cafeeiro, sob manejo conservacionista do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milson Evaldo Serafim

    2013-06-01

    Full Text Available Cafeicultores da região fisiográfica do Alto São Francisco, MG, Brasil, vêm adotando novo sistema de cultivo, considerado conservacionista do solo, cujos efeitos na qualidade física do solo precisam ser avaliados. Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a qualidade física de um Latossolo e um Cambissolo, localizados em áreas contíguas, sob cultivo comercial de café. A área localizada no topo da paisagem é recoberta por Cambissolo Háplico Tb distrófico latossólico; a outra, no terço médio, é recoberta por Latossolo Vermelho distrófico. Em cada área foram amostradas as profundidades de 0-0,05 e 0,75-0,80 m, nas posições linha e entrelinha do cafeeiro, totalizando quatro situações em cada solo. Para cada situação, foram coletadas 21 amostras com estrutura preservada destinadas à determinação do intervalo hídrico ótimo (IHO, que foram distribuídas em sete potenciais matriciais, com três repetições. Em todas as situações, o sistema de manejo conservacionista assegurou boa qualidade física, principalmente na linha da cultura, para as duas classes de solos estudadas, pois o IHO teve como limite superior e inferior a capacidade de campo e o ponto de murcha permanente, respectivamente. A boa qualidade física foi confirmada pelos valores de macro e microporosidade, volume total de poros, densidade do solo e resistência do solo à penetração e produtividades acima da média do Estado de Minas Gerais.

  16. Temperatura do solo em função do preparo do solo e do manejo da cobertura de inverno Soil temperature as affected by soil tillage and management of winter cover crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Angeli Furlani

    2008-02-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito do preparo do solo e do manejo da cobertura de inverno (consórcio aveia-preta + nabo forrageiro sobre a temperatura do solo, realizou-se um experimento em um Nitossolo em Botucatu-SP no outono/inverno de 2000. Utilizou-se um delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 3 x 3 (três preparos e três manejos. O preparo do solo constou de: preparo convencional, preparo conservacionista com escarificação e plantio direto, e o manejo da cobertura: consórcio dessecado, rolado e triturado. Foram avaliados a temperatura do solo (termopares a 5 cm de profundidade, de hora em hora, aos 7, 14, 30, 45 e 60 dias após a emergência das plantas do consórcio; o teor de água do solo na profundidade de 10 cm, nas mesmas épocas; e a cobertura do solo (massa seca e índice de cobertura, imediatamente após aplicação dos tratamentos. O sistema plantio direto apresentou temperaturas do solo menores que as do preparo convencional, até o 14º dia após emergência (DAE das plantas. A partir do 30° DAE das plantas, a temperatura não foi mais influenciada pelos tratamentos, devido à cobertura do consórcio e ocorrência de boa disponibilidade de água no solo. Os manejos da cobertura com rolo-faca, triturador e herbicida não influenciaram a temperatura do solo. A temperatura do solo não interferiu no crescimento e desenvolvimento das culturas de cobertura.To evaluate the effect of soil tillage and management of winter cover crops (black oat + radish intercrop on the soil temperature, an experiment was conducted in a Nitossol (Alfisol in Botucatu, state of São Paulo, Brazil, in the 2000 fall/winter season. A design in randomized blocks was used in a 3 x 3 factorial scheme (three tillage and three cover crop managements. Soil tillage consisted of: conventional tillage, conservation tillage with chiseling, and no-tillage. The cover crops managements included plant killing with post-emergence herbicide, rolling

  17. Eefeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de teca (Tectona grandis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Róger Moya

    2010-12-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito das propriedades físicas e químicas do solo em algumas propriedades da madeira de Tectona grandis oriundas de plantações entre 7 e 15 anos de idade, localizadas nas regiões Norte e Noroeste da Costa Rica, as quais apresentam dois tipos de clima (tropical seco e tropical úmido e com grande variedade de fertilidade de solo. As análises do solo consistiram no estudo de suas propriedades físicas (porcentagem de argila, limo e areia, densidade aparente, porcentagem de retenção de água e de água útil, retenção 15 Bar e 0,33 Bar e propriedades químicas (pH, acidez e conteúdo de Ca, Mg, K, P, Zn, Cu, Fe e Mn. As contrações tangenciais e radiais foram as propriedades da madeira mais correlacionadas com as características do solo, seguidas da porcentagem de cerne, medula e casca e teor de umidade na condição verde. A propriedade de menor correlação foi a densidade básica, enquanto a contração volumétrica não foi correlacionada com nenhuma propriedade do solo. Os coeficientes de correlação foram altamente significativos (a = 0,05, embora baixos valores (<0,67 foram encontrados, provavelmente influenciados pela ampla variedade das condições de clima e de solo amostrados. As propriedades físicas e químicas do solo não apresentaram influência expressiva nas propriedades da madeira de teca. Assim, apesar da grande variedade de solos existente na Costa Rica, a Teca pode ser cultivada comercialmente em todos eles sem que ocorram grandes variações nas propriedades da madeira.

  18. CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA NO PROCESSO DE ELUIÇÃO EM UM SOLO BRUNO-NÃO-CÁLCICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L.N.V. DE ANDRADE

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da porcentagem de sódio trocável do solo e da concentração eletrolítica da água de percolação, sobre a condutividade hidráulica em um solo Bruno-Não-Cálcico da região do Rio Salitre-BA, o presente experimento foi conduzido em condições de laboratório e consistiu da determinação da condutividade hidráulica do solo saturado utilizando-se diferentes soluções percolantes, da condutividade elétrica da solução percolada e dos teores de sódio antes e após a eluição com as soluções. Utilizando a câmara de membrana de pressão de Richards, foram determinados os teores de sódio deslocado a diferentes tensões. Uma baixa correlação entre a condutividade hidráulica e a porcentagem de sódio intercambiável foi encontrada. A aplicação da solução de sulfato de cálcio apresentou um efeito benéfico sobre a condutividade hidráulica do solo saturado, exceto quando processos irreversíveis de dissolução mineral ocorreram. Este efeito esteve associado ao pH ou ao conteúdo de carbonatos na solução percolante.The purpose of this work was to evaluate the effect of exchangeable sodium percentage and electrolite concentration of percolating water, on the hydraulic conductivity of a Noncalcic Brown Soil of the region of the River Salitre-Ba, Brazil. The experiment was conducted under laboratory conditions and consisted of the determination of the saturated hydraulic conductivity using leaching solutions with different electrolite concentrations. In addition, the eletrical conductivity of the percolate and sodium exchangeable concentration, were measured before and after percolation of the solution. Using Richards pressure-membrane apparatus, contents of sodium dislocated were measured at different tensions. A low correlation between the hydraulic conductivity and the exchangeable sodium percentage levels was found. Application of calcium sulfate solution presented a beneficial effect on the

  19. Sucessões de culturas com plantas de cobertura e milho em plantio direto e sua influência sobre o nitrogênio no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. N. Gonçalves

    2000-03-01

    Full Text Available Em condições naturais, o solo encontra-se em equilíbrio, mas o manejo inadequado causa degradação, principalmente da fração orgânica, comprometendo a sustentabilidade de sistemas agrícolas. Este trabalho, realizado num experimento de seis anos em Argissolo Vermelho-Amarelo (Hapludalf, localizado na área experimental do Departamento de Solos da Universidade Federal de Santa Maria (RS, teve como objetivo avaliar a influência de cinco sucessões de culturas no nitrogênio do solo, sob plantio direto. Foram implantadas as sucessões de culturas ervilhaca comum (Vicia sativa /milho (Zea mays, tremoço azul (Lupinus angustifolius/milho, ervilha forrageira (Pisum arvense/milho, aveia-preta (Avena strigosa/milho e pousio/milho, associadas a duas doses de N aplicadas no milho (0 e 80 kg ha-1. O solo foi manejado em plantio direto e foram feitas avaliações dos teores de N das plantas de cobertura e dos resíduos vegetais superficiais, bem como do nitrogênio do solo (total, mineral e orgânico, em três profundidades (0-2,5; 2,5-7,5 e 7,5-17,5 cm. As avaliações das plantas de cobertura de solo no inverno foram realizadas nas subparcelas sem aplicação de N mineral. Os resultados mostraram que a introdução de plantas de cobertura de solo, sob plantio direto, durante seis anos, promoveu acúmulos significativos de nitrogênio mineral, orgânico e total no solo e apresentaram diferenças entre as sucessões de culturas, apenas na camada de 0-2,5 cm. A sucessão tremoço azul/milho destacou-se pela capacidade de promover acréscimos de nitrogênio no solo.

  20. Efeito da cobertura do solo sobre a mortalidade de sementes de capim-marmelada em duas profundidades no solo Straw on the soil surface affects the seed mortality of alexandergrass placed at two depths

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ribas A. Vidal

    1999-12-01

    Full Text Available Conduziu-se um experimento na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Eldorado do Sul, RS, no ano agrícola 1996/97, para avaliar a mortalidade de sementes de capim-marmelada (Brachiaria plantaginea colocadas sob cinco níveis (0 a 10t/ha de resíduo de aveia-preta (Avena strigosa sobre o solo, duas profundidades das sementes (2 e 10 cm e cinco períodos de enterrio (de 40 a 300 dias. Níveis de palha na superfície do solo inferiores a 5,2 t/ha aceleram a mortalidade de sementes. Sementes de capim-marmelada posicionadas a 2 cm da superfície do solo apresentaram maior mortalidade do que aquelas posicionadas a 10 cm, exceto em solo desnudo, onde a mortalidade foi similar para sementes em ambas profundidades. O período de tempo necessário para se obter 50% de mortalidade das sementes de capim-marmelada foi 5 e 72 dias, quando a superfície do solo se encontrava sem palha ou com 10,5 t/ha de palha, respectivamente. Os resultados sugerem que técnicas de manejo da cultura que mantenham as sementes de B. plantaginea próximas à superfície do solo aumentam a mortalidade das sementes tendo maior potencial de reduzir novas infestações do que técnicas que acumulem palha na superfície do solo.A field experiment was conducted at the Universidade Federal do Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, RS, Brazil, during 1996/97, to assess alexandergrass (Brachiaria plantaginea seed mortality placed under five levels (0 to 10,5 t/ha of black oat residues, two seed depths (0 and 2 cm, and five burial periods (40 to 300 days after straw management. Straw levels below 5,2 t/ha increase seed mortality. Seeds placed at 2 cm had higher mortality than at 10 cm, except at bare soil, when the seed mortality was similar at both seed depths. The time necessary to get 50% seed mortality was 5 and 72 days after straw placement, for straw levels of 0 and 10,5 t/ha, respectively. The results suggest crop management techniques

  1. Perdas de solo e água em entressulcos em um Argissolo Vermelho-Amarelo submetido a quatro padrões de chuva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. L. F. Eltz

    2001-06-01

    Full Text Available A erosão é grandemente afetada pela intensidade da chuva. No entanto, poucas pesquisas no Brasil têm-se dedicado a estudar esse efeito. Este trabalho teve como objetivo determinar as perdas de solo e água em um Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico abrúptico, submetido a quatro diferentes padrões de chuva. Os tratamentos foram: aplicação de chuvas simuladas com intensidade variável em diferentes padrões: avançado, intermediário, atrasado e constante. As chuvas tiveram duração de 60 min, com um pico de 120 mm h-1, durante 5 min, para os padrões de intensidade variável, e uma intensidade de 35 mm h-1, para o padrão constante, realizadas sobre solo preparado com uma aração e duas gradagens. As parcelas foram delimitadas por chapas de metal galvanizado, com dimensões de 0,75 m de comprimento no sentido do declive e 0,50 m de largura. Para a aplicação das chuvas, utilizou-se um simulador estacionário de bicos múltiplos, com a variação da intensidade controlada por programa computacional. As taxas máximas de perdas de solo foram, respectivamente, de 37, 49 e 91% maiores na chuva do padrão atrasado do que nas chuvas dos padrões: avançado, intermediário e constante. As taxas máximas de perdas de água foram de 19, 22 e 79% maiores na chuva do padrão atrasado do que nas chuvas dos demais padrões, respectivamente. Observou-se que o padrão atrasado revelou maiores perdas acumuladas de solo. Chuvas com picos de alta intensidade, como as de intensidade variável, ocasionam maiores perdas de solo e água do que as chuvas de intensidade constante. O padrão de chuva avançado causou o menor tempo de início do escoamento, seguido pelo padrão intermediário e pelo atrasado, enquanto este último causou o maior tempo de início de escoamento.

  2. GROWTH OF PASSION FRUIT SEEDLINGS ACCORDING TO BORON AND TERMITES MOUND NEST MATERIAL FERTILIZING CRESCIMENTO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO EM FUNÇÃO DE ADUBAÇÃO À BASE DE BORO E MATERIAL DE CUPINZEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlene Estevão Marchetti

    2011-04-01

    sobre componentes de crescimento e concentração de B, na parte aérea de plantas de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg., cultivadas em Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x4, com cinco doses de boro (0 mg dm-3; 0,25 mg dm-3; 0,50 mg dm-3; 0,75 mg dm-3; e 1,00 mg dm-3 e quatro doses do material de cartão de cupinzeiro de montículo (0 g dm-3; 25 g dm-3; 50 g dm-3; e 75 g dm-3, com quatro repetições, totalizando 80 unidades experimentais. A unidade experimental foi constituída por vasos com capacidade máxima para 700 cm3 de amostras. O experimento foi realizado em casa-de-vegetação, em Dourados (MS. Os maiores valores de produção de massa seca da parte aérea, altura de plantas, área foliar, diâmetro de caule e leitura SPAD são alcançados pelas aplicações conjuntas de material do cartão, na maior dose, e entre as duas maiores doses de B. O material de cartão de cupinzeiro foi pouco efetivo, como fonte de B, para influenciar os componentes de crescimento do maracujazeiro. As concentrações de B, na parte aérea de plantas de maracujá, para todas as doses de material do cartão aplicado, decresceram com os aumentos das doses de B aplicado.

    PALAVRAS-CHAVE: Passiflora edulis; adubação boratada; adubação orgânica.

  3. Desenvolvimento inicial do girassol submetido a diferentes níveis de salinidade em dois tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Leôncio de Almeida Silva

    2012-09-01

    Full Text Available Considerando a importância do girassol (Helianthus annuus L. como potencial de fonte de energia renovável e a carência de resultados de pesquisas sobre a tolerância da cultura à salinidade, avaliou-se nesta pesquisa o desenvolvimento inicial do girassol cultivado sob cinco níveis de salinidade da água de irrigação (0,5, 1,5, 2,5, 4,5 e 6,5 dS m-1 em dois tipos de solo (Latossolo vermelho amarelo eutrófico – S1 e Neossolo quartizarênico – S2. O experimento foi realizado no período de setembro a novembro de 2010 em casa de vegetação do Departamento de ciências ambientais e tecnológicas da Universidade Federal Rural do Semiárido-UFERSA. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 2 x 5, com três  repetições. As análises de crescimento das planta de girassol foram feitas semanalmente, analisado-se o crescimento das plantas a partir da mensuração da altura e do diâmetro do caule e a contabilização do número de folhas.O aumento da salinidade da água de irrigação afetou o desenvolvimento do girassol, tanto para o solo Neossolo quartzarênico como para o Latossolo vermelho-amarelo.

  4. Eficiência simbiótica de fungos micorrízicos arbusculares em solo não fumigado, para mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. V. Trindade

    2000-09-01

    Full Text Available Para que os fungos micorrízicos arbusculares (FMA possam ser utilizados em um programa de inoculação, é necessário que sejam capazes de apresentar eficiência simbiótica em solo que contenha populações indígenas de FMA. Com o objetivo de avaliar a eficiência simbiótica e o potencial de inoculação de fungos MA em solo não fumigado, para o mamoeiro, foi desenvolvido um experimento em condições de casa de vegetação da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas (BA, utilizando a variedade de mamoeiro Tainung nº 1. Utilizou-se amostra de um Latossolo Amarelo álico que continha 3 mg dm-3 de P disponível e que recebeu doses crescentes de P (0, 20, 40, 80 e 140 mg dm-3, combinadas com inoculação de três espécies previamente selecionadas e três isolados nativos de FMA, obtidos de agrossistema de mamoeiro. As plantas foram inoculadas com solo-inóculo no ato da repicagem e cultivadas por 50 dias, quando se determinaram a colonização, matéria seca da parte aérea e teores de nutrientes nas plantas. Todos os fungos inoculados apresentaram eficiência simbiótica em solo não fumigado, destacando-se Glomus clarum, Gigaspora margarita e isolado 29 (Gigaspora sp., que apresentaram eficiência alta. Os isolados nativos foram mais eficientes em doses mais elevadas de fósforo no solo; a eficiência esteve relacionada com a absorção de fósforo e potássio. Os fungos previamente selecionados em solo fumigado foram também eficientes em solo que continha população indígena de FMA, portanto, validando este procedimento.

  5. Soil microbiological, and chemical indicators in pasturesUso de indicadores microbiológicos e de fertilidade do solo em áreas de pastagens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Cristina Maschio Pelagio Vicente

    2013-03-01

    Full Text Available The chemical, physical and biological indicators have been frequently used to indicate changes in soil quality. Thus, the objective of this study was to assess the current state of soils under pastures in the western region of São Paulo using the evaluation and correlation of different microbiological and soil fertility variables. Thirteen quantitative variables were evaluated in 108 soil samples collected in pastures established more than two years. The microbial biomass carbon had the lowest coefficient of variation, while t the pH had the lowest coefficient of variation and soluble phosphorus showed the highest variability, within the chemical variables in the soils. In soils under pastures, evaluated in this study, acid soils and low phosphorus and potassium were predominant. The principal component analysis showed a great dependence between different variables. The clay had low variability, showing significant correlation (p Os indicadores químicos, físicos e biológicos têm sido utilizados com freqüência para indicar mudanças na qualidade do solo. O objetivo desse estudo foi avaliar e correlacionar esses indicadores do solo para que possam serem utilizados na aferição da qualidade atual dos solos sob pastagens na região Oeste Paulista. Foram avaliados treze indicadores em 108 amostras de solos, coletadas em áreas de pastagens estabelecidas há mais de dois anos. O carbono microbiano e o pH apresentaram os menores coeficientes de variação, dentro dos indicadores biológicos e de fertilidade do solo, respectivamente, enquanto que o teor de fósforo solúvel apresentou a maior variabilidade dentro dos treze indicadores avaliados. Nos solos sob pastagens, avaliados neste estudo, predominaram solos ácidos e com baixos teores de fósforo e potássio. A análise de componentes principais mostrou grande dependência entre as diferentes variáveis analisadas. Os teores de argila apresentaram baixa variabilidade e correlacionaramse

  6. Dinâmica da emissão de metano em solos sob cultivo de arroz irrigado no sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Solos de várzea sob cultivo de arroz irrigado contribuem com aproximadamente 18 % das emissões totais de metano (CH4 do Estado do Rio Grande do Sul. Entretanto, a liberação de CH4 depende do curso de redução de cada solo. O objetivo do presente estudo foi avaliar a dinâmica da emissão desse gás de efeito estufa (GEE em seis solos: Gleissolo (2, Planossolo (2, Chernossolo e Neossolo, representativos do cultivo de arroz irrigado no Sul do Brasil, visando identificar também sua relação com propriedades do solo e as alterações eletroquímicas da solução após o alagamento. O experimento foi realizado em casa de vegetação, com três repetições, segundo delineamento de blocos casualizados. Os solos foram dispostos em vasos de PVC mantidos com uma lâmina de água de 10 cm de altura e cultivados com arroz. A avaliação das emissões de CH4 foi realizada semanalmente, do 3º ao 66º dia após o alagamento (DAA do solo, com o auxílio de uma câmara de PVC acoplada ao topo dos vasos. As amostras de ar foram coletadas em quatro intervalos de 5 min, para estimativa das taxas de emissão de CH4. A solução do solo também foi coletada e caracterizada. O início da emissão de CH4 variou entre os solos e, normalmente, ocorreu após a quase total redução do Fe3+ (em torno de 90 % da maior liberação de Fe2+ e estabilização dos valores de pH e de Eh da solução. A emissão total de CH4 variou de 8,5 a 44,2 g m-2 e apresentou relação sigmoidal com os teores de C orgânico dos solos (r²=0,83, p < 0,05, sugerindo que a disponibilidade de C somente foi limitante para o processo de metanogênese em teores inferiores a 8 g kg-1 de C no solo. Os resultados mostram que a dinâmica e as quantidades totais de CH4 emitidas são influenciadas pelo tipo de solo e que esforços devem ser direcionados para determinação dos fatores de emissão de CH4 para os diferentes solos representativos da produção de arroz no Sul do Brasil, bem como na

  7. Evolução de atributos físicos de solo em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Osmar Conte

    2011-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito das alturas de pastejo e dos sucessivos ciclos de pastejo sobre os atributos físicos do solo, em um sistema de integração lavoura-pecuária. O experimento foi implantado em 2001, na região do Planalto Médio, RS, em um Latossolo Vermelho, com o cultivo consorciado de azevém (Lolium multiflorum e de aveia-preta (Avena strigosa, sob pastejo contínuo, no inverno, e o cultivo de soja (Glycine max no verão. Os tratamentos consistiram de diferentes intensidades de pastejo, definidas pela altura da pastagem (10, 20, 30 e 40 cm, tendo-se utilizado uma área sem pastejo como controle. Foram avaliadas a densidade e a porosidade do solo após o ciclo de pastejo e de cultivo da soja, bem como a resistência mecânica do solo à penetração e a estabilidade de agregados no sétimo ano do experimento. Não houve alterações significativas na densidade e na porosidade do solo após sete anos em integração lavoura-pecuária. A resistência do solo à penetração é maior na camada superficial após o ciclo de pastejo. A agregação do solo aumenta nas áreas pastejadas, independentemente da intensidade de pastejo.

  8. Degradação e adsorção de diuron em solos tratados com vinhaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F. Prata

    2000-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da adição de vinhaça, nas doses de 100 e 200 m³ ha-1, nos processos de degradação e adsorção do herbicida diuron em solos Terra Roxa Estruturada (TR e Latossolo Vermelho-Amarelo (LV. Para o estudo da degradação, foi instalado um experimento em delineamento inteiramente casualizado, arranjado em fatorial 2 (solos x 3 (vinhaça: 0, 100 e 200 m³ ha-1, que foi conduzido por 120 dias. A mineralização foi avaliada por radiorrespirometria. Após os 120 dias, a molécula original e seus metabólitos foram extraídos do solo e detectados em "radio-scanner". Paralelamente, foi realizado um ensaio para avaliação do efeito das doses de vinhaça juntamente com o herbicida na atividade microbiana, pH e C orgânico do solo. O experimento de adsorção foi realizado com os mesmos tratamentos empregados no estudo de degradação, utilizando cinco concentrações do herbicida. A degradação do diuron no solo TR foi maior na presença de vinhaça, o que não foi observado para o LV. A adição do resíduo contribuiu para o aumento da atividade microbiana e do pH. A adsorção do diuron foi baixa nos dois solos, não apresentando influência da adição da vinhaça.

  9. Produtividade de um solo litólico associada ao controle da erosão por cordões de pedra em contorno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    F.J. da Silva

    1997-09-01

    Full Text Available Pesquisas prévias demonstraram a eficiência de cordões de pedra em contorno na redução do comprimento de encostas, no decréscimo das taxas de enxurradas e de erosão, na retenção de sedimentos e de nutrientes e no decréscimo do assoreamento de reservatórios. O dimensionamento desse benefício em termos de produtividade do solo em regiões semi-áridas, entretanto, não fora ainda estabelecido. Este trabalho foi desenvolvido no sentido de determinar os efeitos de cordões de pedra em contorno na produtividade de um solo litólico, determinada nas áreas de remoção do solo e nos locais onde os sedimentos eram retidos e depositados, treze anos após sua construção. O experimento foi executado em Quixadá (CE, de março a julho de 1994. A produtividade natural do solo, não alterada por fertilizantes, foi avaliada em termos de rendimentos de feijão-de-corda e de milho e sua produção de biomassa. Em áreas de deposição, onde os sedimentos foram retidos pelos cordões de pedra em contorno, os aumentos no número de vagens por planta, no número e no peso de grãos por planta, e no rendimento de feijão-de-corda, foram, respectivamente, de 48,6, 140,0, 86,4 e 85,5%, quando comparados a esses parâmetros determinados nas áreas de remoção do solo. A produção de milho também foi afetada beneficativamente pelos cordões de pedra em contorno, posto que a altura das plantas, o comprimento das espigas e o rendimento foram, respectivamente, 12,3 e 20,7% maiores nos locais de deposição em relação às áreas de remoção do solo.

  10. IRRIGAÇÃO COM ÁGUA SALINA NA CULTURA DO AMENDOIM EM SOLO COM BIOFERTILIZANTE BOVINO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geocleber Gomes de Sousa

    2014-06-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido na área experimental da Estação Agrometereológica, UFC, em Fortaleza/Ceará, no período de setembro a novembro de 2012, com o objetivo de avaliar o efeito da salinidade da água de irrigação nas características agronômicas do amendoinzeiro, cultivar BRS 1 em solo com e sem biofertilizante bovino. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 2, com cinco repetições, referente aos valores de condutividade elétrica da água de irrigação:0,8; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0 dS m-1, em solo sem e com biofertilizante bovino, aplicado de uma única vez, ao nível de 10% do volume do substrato, três dias antes da semeadura. As variáveis analisadas foram: número de folhas, altura de plantas, diâmetro do caule, área foliar, comprimento de raiz, matéria seca da parte aérea, da raiz e total. O aumento da concentração salina da água de irrigação reduziu a área foliar, matéria seca da parte aérea, matéria seca total e comprimento da raiz do amendoinzeiro, porém com menor intensidade no solo com o biofertilizante bovino. A elevação da salinidade do solo decorrente da irrigação com água salina provoca redução na altura da planta, diâmetro do caule e matéria seca da raiz. Palavra-chave: estresse salino, índices fisiológicos, insumo orgânico. PEANUT CULTURE IRRIGATED WITH SALINE WATER IN SOIL WITH BOVINE BIOFERTILIZER ABSTRACT This experiment was conducted at the agrometeorological experimental station, at the UFC, Fortaleza-CE (BR, in the period from September 2012 to November 2012, aiming to evaluate the effects of irrigation water salinity on the agronomic characteristics of BRS 1 peanut plant, in bio fertilized and non-bio fertilized soil. Treatments were arranged in a completely randomized design in a 5 x 2 factorial scheme, with five repetitions. Five different saline solutions (or irrigation water, identified by their respective electrical

  11. Atributos do Solo e Acúmulo de Carbono na Integração Lavoura-Pecuária em Sistema Plantio Direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nídia Raquel Costa

    2015-06-01

    Full Text Available Em sistemas de produção como a integração lavoura-pecuária (ILP em sistema plantio direto (SPD têm sido observadas melhorias nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo. Sendo assim, objetivou-se avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo e o acúmulo de carbono (C num Latossolo Vermelho distrófico típico argiloso utilizado em sistema de ILP em SPD com irrigação, no Cerrado. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas no tempo, e as parcelas experimentais foram compostas pelas culturas do milho e do sorgo forrageiro cultivadas exclusivamente ou consorciadas com as espécies forrageiras Urochloa brizantha cv. Xaraés e Megathyrsus maximum cv. Tanzânia para ensilagem; pelas espécies forrageiras no período de entressafra; e pela cultura da soja em sucessão. Foram realizadas durante a condução dos experimentos, além da análise com a caracterização inicial do solo, cinco avaliações (épocas dos atributos químicos e físicos do solo ao final de cada ciclo produtivo durante os anos agrícolas 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. Os sistemas de produção na ILP em SPD, mesmo com alta exportação de nutrientes e tráfego de máquinas, foram eficientes para manutenção e melhoria da fertilidade e dos estoques de C do solo. Ao longo de três anos, os sistemas de ILP promoveram redução da compactação do solo pelo efeito positivo de incremento da macroporosidade e porosidade total e diminuição da resistência mecânica à penetração e densidade do solo, nas camadas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m.

  12. Controle alternativo de nematoide das galhas (Meloidogyne incognita raça 2, com óleos essenciais em solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco José Carvalho Moreira

    2015-09-01

    Full Text Available A ação de produtos naturais sobre fitopatógenos tem sido investigada visando-se avaliar sua eficácia no controle alternativo de doenças, principalmente na agricultura orgânica. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito dos óleos essenciais de alecrim pimenta (Lippia sidoides e capim citronela (Cymbopogonwinterianus no controle de Meloidogyne incognita raça 2, em tomate (Solanumlycopersicum e celósia (Celosia plicata. Para tanto, conduziu-se ensaio em esquema fatorial 6 x 2, com cinco repetições. O ensaio foi realizado em casa de vegetação do Setor de Fitossanidade do Departamento de Fitotecnia/CCA/UFC, no período de abril a junho de 2007. As mudas utilizadas neste ensaio foram transplantadas para vasos plástico contendo 2 kg de solo estéril, nos quais, 24 horas após o transplantio, foram inoculados com 4.000 ovos/J2 de M. incognita, raça 2, exceto as testemunhas negativas. Em 50% do número de vasos, aplicou-se, logo em seguida, 100 ml das soluções de cada óleo essencial em cada vaso na concentração de 2,5 ml L-1. Esperaram-se mais 48 horas para aplicação da mesma quantidade nos vasos restantes. Este volume corresponde a 60% da capacidade de campo desse substrato, que foi previamente calculada. A avaliação final do ensaio deu-se aos 45 dias após a inoculação. Analisou-se em relação ao nematoide: número de galhas (NG, número de ovos (NO, índice de massas de ovos (IMO, fator de reprodução (FR, redução no fator de reprodução (RFR. Quanto ao desenvolvimento das plantas mensurou-se: altura da planta, massa fresca e seca da parte aérea e massa fresca do sistema radicular. Verificou-se que a reprodução do nematoide, mostrou-se menos eficiente em tomate. Os óleos essenciais empregados reduziram a taxa reprodutiva do nematoide em 83 e 29%, em tomate e celósia, respectivamente. As épocas de aplicação dos óleos essenciais diferiram quanto à reprodução do nematoide, para número de galhas e fator de

  13. Espectroscopia VIS-NIR-SWIR na avaliação de solos ao longo de uma topossequência em Piracicaba (SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José A. M. Demattê

    Full Text Available RESUMOObjetivou-se neste trabalho caracterizar diferentes solos por espectrorradiometria de reflectância ao longo de uma topossequência na região de Piracicaba, SP. Amostras de solo foram coletadas e analisadas em campo, em laboratório de análises químicas e por sensores Vis-NIR (400-2500 nm. Alterações nos solos da topossequência foram identificáveis nas informações espectrais. Constituintes dos solos, tais como, matéria orgânica, mineralogia, formas de óxidos de ferro e granulometria foram determinantes nas variações das feições de absorção e intensidades de reflectância. Cada perfil mostrou características espectrais diferenciadoras entre horizontes, relacionadas à intensidade, feições de absorção e morfologia da curva. A avaliação morfológica não pode ser avaliada pelo sensor, sendo uma de suas limitações. Existe relação entre grau de intemperismo (índices ki, relação silte/argila e mineralogia e dados espectrais. Isso foi observado nos solos originados de basalto, onde houve aumento do ferro extraído pelo ditionito (cristalino e amorfo na sequência Nitossolo Vermelho Latossólico (NVL em direção ao Cambissolo (C e, aumento do ferro amorfo nesta mesma sequência. Na avaliação da topossequência completa observou-se a sequência de absorção centrada em 500 e 850 nm decrescente do Nitossolo Vermelho Latossólico em direção ao Chernossolo, ou seja, na sequência de decréscimo dos teores de ferro cristalino (hematita e goethita e aumento de ferro amorfo, corroborado pelo aumento dos valores do índice ki. Houve relação entre os dados espectrais, o índice ki e a posição do solo na paisagem. Esses resultados mostram que a espectrorradiometria é uma ferramenta promissora para auxiliar o levantamento de solos. Entretanto, há necessidade do suporte à implantação de bibliotecas de dados espectrais de solos com acesso irrestrito aos usuários.

  14. Métodos de análise multivariada no estabelecimento de valores de referência de qualidade para elementos-traço em solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique de Sá Paye

    2012-06-01

    Full Text Available A distribuição natural dos teores de elementos-traço nos solos é muito variável. Assim, o estabelecimento de valores de referência de qualidade (VRQs a partir das médias ou dos intervalos globais de concentração dos elementos, muitas vezes, é pouco adequado. Por essa razão, propôs-se estabelecer os VRQs para elementos-traço no Estado do Espírito Santo, a partir de grupos de solos obtidos com base em atributos físicos e químicos. Foram utilizadas a análise de correlação de Pearson, a análise fatorial com extração dos fatores em componentes principais (AF, a análise de agrupamento hierárquico (AAH e a análise discriminante (AD. A análise da correlação de Pearson e a análise fatorial revelaram que as variáveis Fe, Mn, Ti, silte+argila e carbono orgânico (CO são atributos de solo importantes para a distribuição dos elementos-traço nos solos estudados. O uso da análise de agrupamento possibilitou a formação de quatro grupos de solo e diminuiu a variabilidade dos teores de elementos-traço nos solos pela formação de grupos mais homogêneos, além de evidenciar a relação dos diferentes solos em um mesmo grupo com a pedologia e o material de origem. Os VRQs determinados a partir dos grupos de solo, em geral, apresentaram valores inferiores, bem como menor amplitude, entre os percentis 90 e 75, em relação aos obtidos quando se utilizou o universo amostral.

  15. Cobertura do solo e degradação de pastagens em área de domínio de Chernossolos no sul da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    O. V. Costa

    2000-12-01

    Full Text Available O presente trabalho, realizado nos municípios de Itapé e Itaju do Colônia, os quais se encontram insertos na região econômica Litoral sul do estado da Bahia, teve por objetivo caracterizar um ambiente pastoril, dando ênfase a solos e sua cobertura natural, com a finalidade de mensurar e avaliar a degradação de pastagens. Essas áreas encontram-se em domínio de Chernossolos, em ambientes onde houve substituições de floresta nativa e cacau, cultivado em cabruca, por pastagens de capim Panicum maximum, cv. colonião e sempre-verde, cultivadas há vários anos em sistemas caracterizados como bem e mal manejados. Para isso, aplicou-se um método para análise da cobertura do solo, utilizando as unidades de amostragem de linhas e pontos em conjunto, monitorado pela caracterização química e física do solo. As amostras foram coletadas em trincheiras localizadas no topo, na meia-encosta e na baixada, em morros com conformações semelhantes. Verificou-se que a mudança de ambiente levou a alterações físicas e químicas do solo, tais como: diminuição nos valores de soma de bases, na capacidade de troca de cátions e, conseqüentemente, no grau de saturação por bases; diminuição nos teores de carbono orgânico total e aumento na densidade do solo e, em conseqüência, redução na quantidade total de poros, principalmente nas primeiras camadas do horizonte A, decorrente das exigências dos processos de conversão da floresta em pastagem. As amostragens realizadas por meio de linhas e pontos foram eficientes, uma vez que proporcionaram subsídios para a avaliação do nível de degradação, revelando que, ao longo dos anos, as pastagens mal conduzidas sofrem mudanças (sucessão de gramíneas, aumento na incidência de espécies espontâneas e de solo descoberto, dentre outras que comprometem a sustentabilidade das pastagens da região.

  16. Erosão hídrica em semeadura direta de milho e soja nas direções da pendente e em contorno ao declive, comparada ao solo sem cultivo e descoberto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Marioti

    2013-10-01

    Full Text Available Dados de perdas de água e solo obtidos em estudos de erosão hídrica são necessários nos planos de conservação do solo. Mesmo com o advento do sistema de semeadura direta, difundido no Brasil a partir dos anos de 1970, ainda se fazem necessárias práticas conservacionistas para o efetivo controle da erosão hídrica, como o uso do cultivo em contorno e o terraceamento, especialmente em regiões com altos volumes de chuva. Outra opção para o controle da erosão é o uso de culturas protecionistas do solo. O objetivo deste trabalho consistiu em quantificar as perdas de água e solo por erosão hídrica, em um solo cultivado com soja e milho sob semeadura direta, nas direções da pendente e em contorno ao declive. O experimento foi realizado em um Cambissolo Húmico alumínico léptico, no período de 2010-2011, sob a aplicação de quatro testes de chuva simulada. Estudaram-se cinco tratamentos, com duas repetições, sendo eles: semeadura de soja no sentido do declive (SD; semeadura de soja no sentido da curva de nível (SC; semeadura de milho no sentido do declive (MD; semeadura de milho no sentido da curva de nível (MC; e testemunha - solo sem cultivo e descoberto (T. Os cultivos foram implantados sobre resíduo cultural de trigo, no sistema de semeadura direta. A semeadura da soja em contorno foi mais eficaz no controle das perdas de solo do que a semeadura dessa no sentido do declive. A cultura do milho foi mais eficaz no controle das perdas de solo do que a soja, independentemente da forma de semeadura, e ambas foram mais eficazes do que a testemunha. As perdas de água foram influenciadas apenas pela forma de semeadura e relacionaram-se negativamente com a umidade do solo antes do início das chuvas e com o tempo de início da enxurrada.

  17. Resposta do feijoeiro ao nitrogênio em cobertura, sob diferentes lâminas de irrigação e preparos do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stone Luis Fernando

    2001-01-01

    Full Text Available Em áreas afetadas pelo mofo-branco causado por Sclerotinia sclerotiorum, os produtores têm reduzido a irrigação na fase vegetativa do feijoeiro, para criar condições desfavoráveis à doença. Este trabalho objetivou avaliar o efeito do estresse hídrico, da adubação nitrogenada e do sistema de preparo do solo, na produtividade do feijoeiro. O trabalho foi conduzido em Latossolo Vermelho-Escuro, no delineamento em faixas, com parcelas subdivididas, com quatro repetições. As faixas A foram constituídas de cinco lâminas de água, e as faixas B, de três sistemas de preparo do solo: grade aradora, arado de aiveca e plantio direto. Nas subparcelas, foram aplicadas quatro doses de N em cobertura: 0, 20, 40 e 60 kg ha-1, nos dois primeiros anos, e 0, 40, 80 e 120 kg ha-1, nos dois últimos. O estresse hídrico na fase vegetativa reduziu a produtividade do feijoeiro. O aumento na adubação nitrogenada em cobertura compensou, em parte, esta redução. A produtividade sob plantio direto aumentou com o tempo de adoção desta prática. Os sistemas de preparo do solo não afetaram a resposta do feijoeiro ao N.

  18. Calagem em solos de várzea e a disponibilidade de nutrientes na solução do solo após o alagamento Liming in lowland soils and nutrient availability in soil solution after flooding

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Souza da Silva

    2005-10-01

    Full Text Available A calagem do solo altera o pH e, conseqüentemente, influencia no processo de redução dos solos submetidos ao alagamento para o cultivo do arroz irrigado, alterando a disponibilidade de nutrientes na solução do solo. Entretanto, a recomendação de calcário para o arroz irrigado é variável, implicando em diferentes quantidades a aplicar, dependendo da situação. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a liberação de nutrientes para a solução do solo após o alagamento, em três solos de várzea com diferentes valores de pH, resultantes da aplicação de diferentes quantidades de calcário. Amostras de solos de várzea foram coletadas da camada de 0 a 20 cm em áreas de produção de arroz nos municípios de Cachoeirinha/RS (Gleissolo, Faxinal do Soturno (Planossolo 1 e Santa Maria (Planossolo 2, as quais foram misturadas com calcário para comporem os seguintes tratamentos: zero; ½ SMP e 1 SMP para pH 5,5 e 1 SMP para pH 6,0. Após 90 dias de incubação, as amostras foram acondicionadas em vasos plásticos com um dispositivo para coleta da solução do solo e alagadas. Aos 2, 8, 15, 22, 28, 42 e 56 dias de alagamento foram retiradas amostras da solução do solo e determinados os teores de Fe, Ca, Mg, K e P. Com os maiores valores de pH, diminuíram os teores de ferro na solução, aumentaram os de cálcio e magnésio e não afetaram os teores de fósforo e potássio. As concentrações dos nutrientes e as mudanças provocadas pela calagem foram diferentes nos três solos.Liming changes soil pH, reduction process and nutrient availability in flooded soils used for rice production. However, the lime requirement for rice production is variable, depending on the situation. The objective of the experiment was to evaluate the nutrient release to soil solution after flooding of three lowland soils with different pH values resulting from different lime application. Soils samples from 0 to 20 cm were collected in three places and

  19. Fertilidade do solo como indicador do efeito de borda em fragmento florestal, Vitória da Conquista, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Brito Novais

    2016-11-01

    Full Text Available Com a expansão da agricultura as florestas têm sido fragmentadas, modificando a dinâmica dos seus processos refletindo na fertilidade do solo. Esse estudo teve como objetivo avaliar o efeito de borda na fertilidade do solo em um fragmento florestal na região Sudoeste da Bahia. Para isso a área foi dividida em faixas verticais iniciando 50 metros após a borda, adentrando até 300 metros no fragmento. Em cada uma das faixas foram tomadas 3 amostras compostas nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-20 cm. Analisando os atributos químico e calculando a soma de bases, CTC a pH7 e a saturação por bases (V%. Também foram quantificados os teores de carbono orgânico (COT nas áreas de estudo. Foram observadas diferenças na fertilidade do solo da borda para o interior do fragmento.  Verificou-se que os atributos Ca2+, H++Al3+, S, T, COT foram os mais sensíveis em relação ao efeito de borda. A área semi-interna (SI distando 150-200 metros, de maneira geral foi a que apresentou os maiores valores de fertilidade do solo, possivelmente devido aos maiores teores de matéria orgânica acumulada.  Soil fertility as edge effect indicator in a forest fragment, Vitória da Conquista, BahiaAbstract: With the expansion of agriculture forests have been fragmented, changing the dynamics of their processes reflecting soil fertility. This study aimed to evaluate the edge effect on soil fertility in a forest fragment in the Southwest Bahia region. For this area was divided into vertical strips starting 50 meters after the border, entering up to 300 meters in the fragment. In each of the tracks were taken 3 composite samples at depths of 0-5, 5-10, 10-20 cm. Analyzing the chemical attributes and calculating the sum of bases, CTC at pH 7 and base saturation (V%. Also the organic carbon levels were quantified (COT in the study areas. Differences were observed at the edge of soil fertility into the fragment. It was found that attributes, Ca2+, H++Al3+, S, T, COT

  20. Degradação e formação de resíduos não-extraíveis ou ligados do herbicida atrazina em solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    NAKAGAWA LIA EMI

    2000-01-01

    Full Text Available A persistência de um pesticida no solo depende de processos de dissipação, como a degradação, que pode estar relacionada com o metabolismo microbiano. Com o objetivo de se avaliar os mecanismos de dissipação do herbicida atrazina no solo e a importância dos microrganismos neste processo, avaliou-se sua mineralização, degradação intermediária e formação de resíduos não-extraíveis ou ligados ao solo após aplicação de 14C-atrazina em solo Glei Húmico. Os processos foram quantificados através de técnicas radiométricas e cromatográficas em solo natural, solo esterilizado e solo esterilizado e infectado com Pseudomonas putida. Observou-se a importância dos microrganismos através dos estudos de biomineralização nos quais detectou-se mineralização de 14C-atrazina somente em solo natural (cerca de 15%. Entretanto, houve formação de metabólitos extraíveis de atrazina, tanto em solo esterilizado (67% como em solo natural (75%, o que indica que este processo não dependeu apenas da presença de microrganismos. Já os resíduos não-extraíveis foram formados em maior quantidade (cerca de 56% no solo esterilizado.

  1. Crescimento inicial de arbóreas nativas em solo salino-sódico do nordeste brasileiro tratado com corretivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Vanies da Silva Sá

    2013-06-01

    Full Text Available O excesso de sais e de sódio no solo é um dos fatores que mais contribuem para a degradação química dos solos de perímetros irrigados, em regiões áridas e semiáridas. Por essa razão, objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito de corretivos, na recuperação de um solo degradado por excesso de sais e sódio, e o crescimento inicial de cinco arbóreas nativas do bioma Caatinga, em solo salino-sódico. Dois experimentos foram conduzidos, em casa de vegetação, no CCTA/UFCG, utilizando-se amostras de um solo salino-sódico. O primeiro experimento constou de cinco tratamentos de correção do solo: sem corretivo, gesso agrícola na dose de 100% da necessidade de gesso (NG, gesso agrícola na dose de 50% NG mais matéria orgânica (MO, enxofre elementar (S na dose de 100% NG e S na dose de 50% NG + MO, com 15 repetições. No segundo experimento, os tratamentos foram constituídos por um esquema fatorial 5 x 5, sendo cinco espécies arbóreas: tamboril (Enterolobium contortisiliquum, sabiá (Mimosa caelsalpiniifolia, jurema-preta (Mimosa tenuiflora, craibeira (Tabebuia aurea e pereiro (Aspidosperma pyrifolium e cinco tratamentos referentes à correção do solo do primeiro experimento, com três repetições. A aplicação de gesso agrícola ou S com ou sem MO melhorou quimicamente o solo salino-sódico estudado, especialmente diminuindo a PST. Estes tratamentos proporcionaram incrementos no crescimento e acúmulo de massa de matéria seca das espécies arbóreas, principalmente jurema-preta, sabiá e tamboril, e diminuíram o estresse provocado pelo solo salino-sódico sobre as plantas, aumentando a taxa fotossintética.

  2. Diagnóstico da erosão do solo na área do Campus da UFCG em Pombal - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Carolina Monteiro Ismael

    2014-02-01

    Full Text Available A erosão é citada na literatura como uma das principais causas da degradação do solo, o que fomenta a realização de estudos que indiquem formas de prevenção e controle dos processos erosivos.Neste contexto, neste trabalho teve – se por objetivo avaliar e diagnosticar a incidência dos processos erosivos na área do Campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG em Pombal - PB e propor técnicas de prevenção e correção do solo. Para realizar esta pesquisa, a área de estudo foi dividida em duas parcelas: Área natural e Área antropizada, nas quais foram avaliados os atributos físicos, químicos e biológicos do solo, bem como a identificação da ocorrência de erosão, que foi realizada por meio de visitas de campo. De acordo com os resultados, percebeu-se que na área utilizada para a construção do Campus Universitário (Área antropizada ocorreram variações nas propriedades do solo e foi diagnosticada a maior concentração de focos erosivos, principalmente erosão em sulcos. Verificou-se ainda que as alterações do solo na Área antropizada estão ocorrendo devido a maior exposição deste à erosão. Portanto, faz-se necessária a implantação, principalmente nas áreas mais afetadas, de práticas conservacionistas, tais como: reflorestamento, terraceamento, canais escoadouros e distribuição racional dos caminhos, visando reduzir os impactos ambientais negativos e a degradação do solo

  3. Avaliação dos atributos físicos do solo em consórcio de forrageiras e milho em sucessão com soja em região de cerrados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Veridiana Zocoler de Mendonça

    2013-02-01

    Full Text Available O uso intensivo de áreas do Cerrado para produção agropecuária aliado ao manejo inadequado tem causado degradação dos solos. Nesse sentido há necessidade da incorporação de sistemas sustentáveis como plantio direto e a integração lavoura-pecuária. Este trabalho objetivou identificar o efeito da sucessão de milho+forrageiras e soja nos atributos físicos do solo. Para tanto foi realizado, em área experimental da Unesp, campus de Ilha Solteira, um ensaio composto do consórcio de milho com quatro forrageiras (Brachiaria brizantha,B. ruziziensis, Panicum maximum cv. Tanzânia e P. maximum cv. Áries semeadas em três modalidades (na linha de semeadura do milho misturada ao adubo, a lanço simultânea à semeadura do milho e a lanço no estádio V4 do milho e o milho sem consorciação (testemunha. A soja de verão foi implantada sobre os restos culturais dos tratamentos anteriores. Foram realizadas coletas para determinar a macro e microporosidade, porosidade total e densidade do solo em duas épocas de amostragem, após as colheitas do milho e da soja. Pelos resultados, pôde-se concluir que, em regiões de cerrados, a sucessão de culturas utilizada promoveu a melhoria da macroporosidade, porosidade total e densidade do solo, independentemente da utilização de forrageiras em consórcio com milho.

  4. COMPACTAÇÃO DE SOLOS EM LABORATÓRIO: EFEITO DO DIÂMETRO E DO NÚMERO DE CAMADAS DO CORPO DE PROVA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavio Alessandro Crispim

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMONeste trabalho, estudou-se a influência do diâmetro e do número de camadas do corpo de prova nas curvas de compactação de laboratório e na resistência mecânica de dois solos residuais de gnaisse da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, respectivamente, de texturas argilo-areno-siltosa (Solo 1 e areno-silto-argilosa (Solo 2, com vistas à construção de estradas florestais. Além dos resultados dos ensaios de compactação, determinou-se a resistência à compressão não confinada dos solos empregando corpos de prova compactados na umidade ótima (wot e nos teores de umidade 3% abaixo e 2% acima, considerando como referência a energia de compactação do ensaio Proctor normal e empregando corpos de prova compactados em uma, duas e três camadas, bem como nos diâmetros de 35 mm, 73 mm e 100 mm, com nove repetições. Para fins práticos de engenharia e com base em análise estatística aplicada aos parâmetros massa específica aparente seca e resistência à compressão não confinada, pode-se concluir que: (i há diferenças significativas entre as compactações realizadas em uma e em três camadas, não ocorrendo o mesmo nas compactações realizadas em duas e em três camadas, para ambos os solos; e (ii há diferenças significativas entre a compactação de corpos de prova de diâmetro 100 mm e os demais de 73 mm e 35 mm, para o solo 1 (argiloso, bem como há também diferenças apenas no ramo seco da curva de compactação, para o solo 2 (arenoso.

  5. Perfis de carbono orgânico do solo nas regiões Sul e Serra do Espinhaço Meridional, Minas Gerais: modelagem em profundidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yuri Lopes Zinn

    2012-11-01

    Full Text Available Apesar de o interesse no comportamento espacial de atributos-chave do solo, só recentemente a variação em profundidade passou a receber mais atenção na literatura. O carbono orgânico do solo (COS é talvez o atributo que mais varie em profundidade, o que dificulta seu estudo. A partir de dados de levantamentos de solos de duas regiões de Minas Gerais (Sul e Serra do Espinhaço Meridional, foram modelados os teores de COS em profundidade, buscando identificar quais fatores mais os influenciam. Os perfis de COS foram mais bem descritos por funções logarítmicas neperianas em ambas as regiões. Houve efeito da classe de solo, uma vez que Latossolos apresentaram menores teores superficiais, mas menor decréscimo no perfil, do que Argissolos, Neossolos, Cambissolos e Nitossolos. Essas tendências podem ser devidas à maior profundidade, permeabilidade e teor de argila+silte dos Latossolos. A variação regular dos parâmetros intercepto (teor médio na superfície e fator logarítmico (taxa de decréscimo das equações obtidas para diferentes faixas de teor de argila+silte permitiu ainda obter funções de pedotransferência em perfil para descrever teores de COS em profundidade em qualquer classe de solo, confirmando a hipótese de que a textura é um controle importante dos teores de COS nessas duas regiões. Na região Sul de MG, os perfis de COS puderam também ser descritos em função de teores de Fe2O3 (ataque sulfúrico, evidenciando controle mineralógico do COS. Ainda na região Sul, solos entre 1.000 e 1.200 m de altitude apresentaram maiores teores de COS do que os de altitudes menores. Latossolos e Nitossolos das duas regiões mostraram perfis muito semelhantes de COS - similaridade atribuída ao efeito positivo de maiores teores de argila na região Sul e maior altitude na Serra do Espinhaço Meridional.

  6. Fogo controlado em áreas de matos: efeitos na permeabilidade e processo erosivo do solo

    OpenAIRE

    Queirós, Anabela; Fonseca, Felícia; Figueiredo, Tomás de

    2011-01-01

    O Parque Natural de Montesinho (PNM), localiza-se no extremo nordeste de Portugal e possui uma área total de 75 mil ha, dos quais cerca de um terço estão cobertos por matos, comunidades vegetais arbustivas de variada composição florística e porte. No PNM os solos são dominantemente incipientes, das unidades Leptossolos dístricos órticos de xisto e Leptossolos úmbricos de xisto, a última presente na área de estudo. O fogo é associado desde sempre à floresta, como causa natural de controlo da v...

  7. Atributos químicos e microbianos do solo de áreas em processo de desertificação no semiárido de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Malala Martins

    2010-12-01

    Full Text Available Devido ao avanço das áreas em processo de degradação decorrente de causas naturais e, ou, influências antrópicas, faz-se necessária a utilização de ferramentas, preferencialmente de baixo custo, que indiquem os estádios dessa degradação, a fim de viabilizar um manejo adequado e a recuperação dessas áreas. Desse modo, o objetivo desta pesquisa foi analisar a variabilidade de atributos químicos e microbianos de solos, visando a utilizá-los como indicadores de processos de desertificação, em áreas sob níveis crescentes de degradação na região semiárida do Estado de Pernambuco. Foram amostrados três ambientes: conservado, moderadamente degradado e intensamente degradado, no município de Floresta-PE. Em cada ambiente foram escolhidas quatro áreas de amostragens e efetuadas sete coletas em cada um delas, totalizando 28 pontos amostrados por ambiente. Foram coletadas amostras de solo na profundidade de 0-10 cm, nos períodos seco e chuvoso. Realizaram-se análises químicas (pH, bases trocáveis, acidez potencial, C orgânico do solo, estoque de C, P disponível e capacidade de troca de cátions e microbianas (C da biomassa microbiana, respiração basal, quocientes microbiano e metabólico do solo, além da caracterização física (textura e densidade do solo. Os dados foram analisados adotando-se métodos de análises de componentes principais e teste t. Verificou-se o efeito da sazonalidade para os atributos do solo, sendo essa mudança mais perceptível no ambiente degradado. Com as análises de componentes principais, foi possível destacar alguns atributos mais sensíveis ao avanço da degradação, como o C da biomassa microbiana do solo, a acidez potencial e a saturação por bases, tanto no período seco como no chuvoso. Desse modo, esses atributos podem ser utilizados como indicadores do nível de degradação do solo.

  8. Nutrição mineral e produtividade de pimentão (Capsicum annuum L.) em resposta a diferentes biofertilizantes líquidos no solo

    OpenAIRE

    Alves, Gibran da Silva

    2006-01-01

    O pimentão (Capsicum annuum L.) é uma planta pertencente a família das solanáceas, de clima tropical e de origem latino americana. Nos últimos anos, sistemas de cultivo orgânico com a utilização de biofertilizantes líquidos tiveram um grande impulso no Brasil. Os objetivos deste estudo foram avaliar a produtividade do pimentão, as mudanças na fertilidade do solo e o estado nutricional das plantas em resposta a diferentes biofertilizantes líquidos aplicados no solo. O experimento foi realizado...

  9. Sistema radicular de plantas cítricas e atributos físicos do solo em um Latossolo argiloso submetido à escarificação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bordin Ivan

    2005-01-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a influência da escarificação sobre atributos físicos do solo e sobre a distribuição do sistema radicular do limão ?Cravo? (Citrus limonia Osb sob copa de laranja ?Pêra? (Citrus sinensis L. Osb. Foram abertas quatro trincheiras para cada tratamento (entrelinha escarificada e entrelinha não escarificada avaliando-se distribuição das raízes na linha e entrelinha até a profundidade de 1,0 m pelo Sistema Integrado de Análise de Raízes e Cobertura do Solo (SIARCS 3.0. A porosidade total e a densidade do solo foram avaliadas em três profundidades (0,000-0,125; 0,125-0,250 e 0,25-0,375 m em três posições: linha, centro da entrelinha e limite da copa na entrelinha. Três anos depois da escarificação não se detectou alteração para a densidade e a porosidade total do solo nas entrelinhas do pomar e a quantidade de raízes, independentemente da profundidade e posição em relação à planta.

  10. Estoque de carbono na biomassa radicular e no solo em ecossistema florestal em processo de recuperação

    OpenAIRE

    Nogueira, Mariana de Oliveira Gonçalves

    2013-01-01

    O estudo da distribuição e do estoque de carbono em sistemas é importante por indicar a qualidade ambiental de ecossistemas. Além disso, existe recente demanda por pesquisas em ciclagem e alocação de carbono em ecossistemas florestais. Buscou-se avaliar a distribuição do carbono estocado em fragmentos florestais no entorno da UHE de Camargos, MG. Foram avaliados dois fragmentos florestais, sendo um considerado conservado, onde não houve supressão da vegetação e outro em processo de restauraçã...

  11. Lixiviação e inativação do metribuzin em dois tipos de solos Leaching and inactivation of metribuzin in two soil types

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ferreira da Silva

    1981-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a lixiviação e a inativação do herbicida metribuzin (4-amino-6-tertbutil-3-(metiltio-as-triazina-5-(4Hona em materiais de um solo franco-argiloso e de outro solo franco-argilo-arenoso de duas regiões de Minas Gerais, um em laboratório e outro em casa de vegetação. O solo franco-argiloso era um Latossolo Roxo, com 2,8% de matéria orgãnica e o solo franco-argilo-arenoso era um Podzólico Vermelho-Amarelo; fase terraço, em 2,17% de matéria orgânica. Em laboratório estudou-se a lixiviação do metribuzin em colunas de 5, 10 e 15 cm de altura, com 7,5 cm de diâmetro, enchidas com materiais dos solos franco-argiloso e do solo franco-argiloarenoso. Usou-se o ensaio biológico de discos de cotilédones de melancia para detectar o metribuzin no lixiviado. Em casa de vegetação, estudou-se a inativação do metribuzin com materiais dos mesmos solos utilizados para o estudo de lixiviação. Para este ensaio foram utilizadas as doses de 0, 50, 80, 110, 140, 170 e 200g do i.a./ha do produto, e em areia lavada, as doses foram de 0, 4, 6, 8, 10, 12 e 16 g do i.a./ha do metribuzin, usando o pepino como planta teste, que foi cortado rente ao solo e pesado aos 14 dias após o plantio. Informações adicionais são necessárias para explicar porque o solo franco -argiloso inativa mais o metribuzin que o solo franco-argilo-arenoso.Laboratory and greenhouse experiments were made to evaluate the leaching and the inactivation of the metribuzin in clay loam and sand clay loam soils. The clay loam soil was a dark, red latosol with 2,8% organic matter and the sand clay loam soil was a reddish-yellow podzol with 2,17% organic matter. Leaching of metribuzin was studied in the laboratory in colums of 5, 10 and 15 cm high, 7.5 cm diameter, filled with soil. Watermelon cotiledon discs were used to measure the metribuzin leached. The inactivation of metribuzin was estudied in a greenhouse using doses of 0, 50, 80, 110, 140, 170 and 200

  12. Boron extraction and vertical mobility in Paraná State oxisol, Brazil Extração e mobilidade vertical de boro em latossolo vermelho eutroférrico no Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldemar de Oliveira Neto

    2009-10-01

    ção para as culturas. A opção por determinado extrator para a análise de solos, em algumas situações, ocorre em razão da facilidade de execução no laboratório e não devido à sua eficiência em determinar o nutriente biodisponível. Os objetivos deste trabalho foram: avaliar o teor de B no solo em função da dose do fertilizante, da profundidade do solo e do extrator; verificar a movimentação do nutriente no perfil do solo; e avaliar a eficiência da Água Quente, Mehlich-1 e Mehlich-3 como extratores de B disponível, tendo o girassol como planta-teste. O delineamento experimental foi em blocos completos ao acaso com quatro repetições, e os tratamentos, compostos por cinco doses de B (0, 2, 4, 6 e 8 kg ha-1, aplicadas na superfície do solo e avaliadas em seis profundidades (0 a 0,05, 0,05 a 0,10, 0,10 a 0,15, 0,15 a 0,20, 0,20 a 0,30 e 0,30 a 0,40 m. Os teores de B no solo, extraídos pelos extratores Água Quente, Mehlich-1 e Mehlich-3, aumentaram linearmente em função das doses de B, em todas as profundidades avaliadas, indicando que ele apresenta mobilidade no perfil. Os extratores foram diferentes na capacidade de extração do B, mas eficientes na avaliação da biodisponibilidade do nutriente para o girassol. Portanto, o Mehlich-1 e o Mehlich-3 podem ser utilizados na análise de B, assim como a Água Quente.

  13. Uso de resíduos em pavimentos de estradas florestais: caracterização de solos e misturas solo-grits Application of waste in forest road pavements: characterization of soils and soil-grits mixtures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Reginaldo Sérgio Pereira

    2006-08-01

    Full Text Available Este artigo aborda uma etapa preliminar de um estudo direcionado às propriedades de engenharia de misturas de solos e aditivos químicos, para fins de aplicação em estradas florestais. Trabalhou-se com amostras de dois solos da Zona da Mata Norte de Minas Gerais, Brasil, de texturas arenosa e argilosa, estabilizadas com o resíduo industrial denominado "grits" proveniente de indústria de celulose. Foram realizados ensaios geotécnicos nos solos e nas misturas solo-aditivo químico, como se segue: análise granulométrica, peso específico dos sólidos, limites de Atterberg e compactação. Os resultados encontrados dos ensaios de laboratório revelaram que o resíduo apresentou bom desempenho como agente estabilizante, alterando significativamente a plasticidade e os parâmetros de compactação dos solos analisados.This paper addresses data from a research program in development on engineering properties of soil-chemical stabilizer mixtures for forest road application. Soil samples from sandy and clayey soils from the Zona da Mata Norte of Minas Gerais, Brazil, stabilized with grits (waste from cellulose industries were used throughout the study. The laboratory-testing program comprised the following geotechnical tests: sieve analysis, density of solid particles, Atterberg limits and compaction. Data supported the good behavior of waste as stabilizer agent changing significantly soil plasticity and compaction parameters.

  14. Capacidade máxima de acúmulo de carbono em solos cultivados com cana-de-açúcar

    OpenAIRE

    Carolina Braga Brandani

    2013-01-01

    Um dos principais entraves na cultura da cana-de-açúcar quanto à sustentabilidade do solo é o manejo da cultura e da colheita. O objetivo deste estudo foi avaliar os estoques de C e sua dinâmica em diferentes frações da MOS (matéria orgânica do solo) em áreas cultivadas com cana-de-açúcar sob os manejos com e sem queima e, sob adubação orgânica com diferentes períodos de adoção (4 e 12 anos), tendo uma área de vegetação nativa (Cerradão) como referência. As áreas localizam-se em Goianésia-GO,...

  15. Contaminação de solo por ovos de Toxocara spp. e outros geohelmintos em comunidade rural do Pantanal Matogrossense, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Selma Samiko Onuma

    2014-08-01

    Full Text Available A investigação da contaminação do solo por enteroparasitos já foi efetuada em várias regiões do Brasil, principalmente em locais que podem apresentar riscos à saúde humana, como creches e praças públicas.  No presente trabalho é relatada, a contaminação do solo por ovos de Toxocaraspp., Ascaris spp, tricostrongilídeos e oocistos de protozoários em uma comunidade rural localizada no Pantanal Matogrossense. Os resultados do presente estudo ressaltam o risco a que podem estar expostos os moradores de comunidades com condições precárias de habitação e saneamento com relação à infecção por parasitas.

  16. Produção de mudas de alface, pepino e pimentão em substratos combinando areia, solo e Plantmax®

    OpenAIRE

    Smiderle,Oscar José; Salibe,Ariane Busch; Hayashi,Adriana Hissae; Minami,Keigo

    2001-01-01

    O efeito do substrato comercial Plantmax®; e sua combinação com solo e areia, foi avaliado de acordo com a resposta biológica de três culturas olerícolas (alface, pepino e pimentão), sendo o experimento conduzido em casa de vegetação na ESALQ/USP em Piracicaba de abril a junho de 1996. Os tratamentos consistiram do substrato comercial Plantmax®; e da mistura deste com areia, com solo, na proporção 1:1 em volume, e mistura dos três, proporção 1:1:1. O substrato Plantmax®; propiciou menor veloc...

  17. Adubação potássica em arroz irrigado conforme a capacidade de troca catiônica do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ibanor Anghinoni

    2013-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta do arroz irrigado por inundação à aplicação de doses de potássio, conforme a capacidade de troca catiônica (CTC do solo. Foram utilizados 16 solos com diferentes valores de CTC a pH 7,0 (CTCpH7, divididos em duas classes: solos com CTCpH7 até 15 cmol c dm-3 e com CTCpH7 maior que esse valor. O experimento foi realizado nas safras agrícolas de 2005/2006 e 2006/2007, em oito locais por ano agrícola, com uso de diferentes cultivares de arroz, conforme o local ou o ano. Foram calculados os incrementos médios da produtividade de arroz pela aplicação das doses de K, em função da razão K/CTCpH7. A dose de máxima eficiência econômica (DMEE de potássio foi calculada de acordo com os preços do fertilizante e do arroz, praticados de 2003 a 2012. O arroz respondeu de forma econômica à aplicação de potássio, em ambas as classes de CTCpH7 utilizadas, com maior incremento de produtividade nos solos com menor relação K/CTCpH7. Na média dos dez anos, a DMEE foi sempre superior a U$ 100,00 e maior nos solos com CTCpH7>15,0 cmol c dm-3.

  18. Análise espacial dos fatores da equação universal de perda de solo em área de nascentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Popim Miqueloni

    2012-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a perda de solo de área de nascentes da Microbacia do Córrego do Tijuco, SP. Foi utilizada a análise espacial dos fatores da equação universal da perda de solo (EUPS, em integração com análise de componentes principais e geoestatística. A perda de solo média, estimada para a área, foi de 118,5 Mg ha‑1 por ano, considerada alta. Próximo à zona urbana, houve alta interação dos fatores erosividade da chuva e práticas conservacionistas, o que evidencia grande perda de solo, em razão da concentração da água proveniente da camada impermeabilizada urbana, com alta velocidade de escoamento. Nos divisores de águas, a atuação da erodibilidade foi proeminente, em contraste com o fator topográfico. Foram observadas áreas com atuação conjunta destes fatores, inclusive em locais de inclinação suave, porém com alto potencial natural de erosão. A interação das análises multivariadas e geoestatística permite a estratificação da área, identifica locais com propriedades específicas quanto à perda de solo, e espacializa os fatores do processo erosivo e suas interações ao longo do relevo.

  19. Argila e matéria orgânica e seus efeitos na agregação em diferentes usos do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Sousa Silva

    2014-10-01

    Full Text Available Mudanças no uso do solo afetam a quantidade de argila e matéria orgânica do solo (MOS e estes, por sua vez, afetam a agregação. Avaliou-se como diferentes usos afetaram a agregação de um Argissolo na microrregião do Brejo Paraibano. Foram avaliadas três áreas contíguas com declive fortemente ondulado, sendo uma mata nativa, um plantio de sabiá (Mimosa caesalpiniaefolia e uma pastagem com brachiaria (Brachiaria decumbens. Foram coletadas amostras de solo para determinação da textura, macro e microagregados secos (Macro-s e Micro-s e úmidos (Macro-u e Micro-u, diâmetro médio ponderado de agregados secos (DMPA-s e úmidos (DMPA-u, índice de estabilidade de agregados (IEA, teores de MOS e seu fracionamento em ácido fúlvico (AF, ácido húmico (AH e humina (HUM, em quatro profundidades: 0,0-2,5 cm, 2,5-5,0 cm, 5,0-10,0 cm e 10,0-20,0 cm. Pôde-se notar que as quantidades de argila, MOS, HUM, Macro-s, Macro-u, DMPA-s, DMPA-u e IEA, são sempre maiores na área de mata nativa, em todas as profundidades. O plantio de sabiá apresentou maiores teores de AH e menores quantidades de Macro-u nas duas últimas profundidades em relação ao pasto. A HUM apresentou melhor correlação com a agregação do solo. Mudanças no uso causaram degradação do solo na microrregião do Brejo Paraibano.

  20. Variabilidade espacial de atributos físicos do solo em uma microbacia hidrográfica Spatial variability of soil physical atribbutes in small watershed

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vinicius Augusto da Silveira Vieira

    2007-10-01

    Full Text Available A variabilidade espacial dos atributos físicos do solo é importante para a caracterização do comportamento espacial dos solos em bacias hidrográficas. Objetivou-se com este trabalho estudar a variabilidade espacial de atributos físicos do solo em uma microbacia hidrográfica, visando subsidiar estudos de manejo do solo e da água. A área em estudo é uma microbacia que pode ser considerada homogênea para estudos com agentes erosivos, como a precipitação, devido ao tamanho reduzido (1,23 ha, mas de grande variabilidade de respostas à erosão, em função dos atributos do solo, vegetação, histórico de uso e relevo. Com o auxílio de SIG, DGPS e estação total, toda área foi dividida em grid retangular de 20 m, onde o solo foi amostrado em duas camadas, 0 a 20 cm e 20 a 40 cm. Os atributos avaliados foram: teores de areia, silte e argila e argila dispersa em água (ADA. Os resultados foram analisados utilizando-se a estatística básica, como histogramas e assimetria, e geoestatística, por meio de semivariogramas e mapas de krigagem. Houve dependência espacial de todos os atributos analisados, especialmente na camada de 20 a 40 cm.The spatial variability of physical attributes in the soil is of great importance for soil and water management practices. This work aimed at to study the spatial variability of soil physical attributes in a small watershed, in order to evaluate the management of soil and water. The watershed area is considered homogenious, based on erosive agents, such as rainfall, due to its small area (1,23 ha, and it shows variability of soil properties, concerning vegetation, land use, and topography. GIS, DGPS and total station were used to set up a grid of 20x20 m. Soil were sampled from 0 to 20 cm and 20 to 40 cm layers. Amount of sandy, silt, clay and water dispersible clay were evaluated. The data were compared in histograms, coefficient of simetry, and geostatistical analyses expressed by semivariograms and

  1. Avaliação do transporte de atrazina em solos sob diferentes condições de manejo agrícola

    OpenAIRE

    Correia,Fabio Veríssimo; Langenbach,Tomaz; Campos,Tácio Mauro

    2010-01-01

    A pouca informação sobre o movimento de pesticidas em solos brasileiros com manejo de plantio direto torna o conhecimento desse assunto de grande relevância na avaliação de risco de contaminação do solo e de lençóis de água. Os experimentos simularam chuvas intensas com fluxo contínuo por meio de uma nova técnica para a determinação simultânea das propriedades de advecção, difusão e sorção, representando o transporte de contaminantes ao longo do perfil de solo estudado. Os resultados mostrara...

  2. Avaliação da qualidade da agua subterranea e microbiologia do solo em area irrigada com efluente de lagoa anaerobia

    OpenAIRE

    Rodrigo Carminatti Burbarelli

    2004-01-01

    Resumo: Neste projeto avaliou-se a influência da aplicação de efluente de lagoa de estabilização anaeróbia e água no solo, alterações em sua flora microbiana e principalmente alterações na qualidade das águas subterrâneas. Isso se deu por meio de análises de indicadores microbiológicos de poluição e alguns parâmetros físico-químicos, tanto do solo quanto da água subterrânea. O efluente da lagoa de estabilização foi aplicado no solo de duas formas, diretamente e também após receber aplicação d...

  3. Densidade do solo no ambiente solo-semente e velocidade de emergência em sistema de semeadura de milho Soil density in the soil-seed environment and emergence speed in maize planting system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elton Fialho dos Reis

    2006-10-01

    Full Text Available O microambiente próximo à semente é influenciado diretamente pelo tipo de mecanismo de abertura do sulco e elemento compactador do solo. Nesse sentido, este trabalho objetivou avaliar a densidade do solo na região da semente, em sistema plantio direto, utilizando a tomografia computadorizada. O experimento foi montado em esquema de parcelas subsubdivididas, em que as parcelas foram constituídas de três teores de água do solo (0,22; 0,28; e 0,34 kg kg-1; as subparcelas, de dois mecanismos de abertura do sulco (haste sulcadora tipo facão e disco duplo; e as subsubparcelas, de dois tipos de elementos compactadores (borracha e lisa, com três repetições, no delineamento em blocos casualizados, na cultura do milho. Foram retiradas amostras indeformadas de solo sobre a linha de plantio, onde deveria conter a semente, para a obtenção de tomografias com resolução milimétrica, a fim de determinar sua densidade. Foram realizadas as determinações de densidades de solo (máxima, mínima e média, na posição onde se encontrava a semente no bloco indeformado. Os resultados mostraram que os tratamentos estudados não interferiram significativamente nos valores de índice de velocidade de emergência e densidade mínima medida pelo tomógrafo. O mecanismo tipo disco duplo proporcionou maiores valores de densidades (média e máxima, bem como menor percentagem de emergência; e o uso do elemento compactador de borracha proporcionou menor pressão aplicada sobre a semente, em decorrência da maior área de contato com o solo. O método da tomografia computadorizada mostrou-se adequado e eficiente na determinação da densidade do solo na região da semente.The microenvironment near the seed is directly affected by the type of mechanism of furrow opening and the soil compacting element. This study was therefore carried out to evaluate the soil density close to the seed in a no-till system using computerized tomography. The experiment was set up

  4. Resposta da couve Tronchuda (Brassica oleracea var. costata à aplicação de azoto e boro e de um fertilizante orgânico autorizado em Agricultura Biológica Tall cabbage (Brassica oleracea var. costata response to the application of nitrogen, boron and an organic amendment permitted in organic farming

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. A. Rodrigues

    2009-01-01

    Full Text Available Os portugueses são dos maiores apreciadores mundiais de brássicas. A couve Tronchuda é cultivada em Portugal em área superior a 1000 ha. O seu consumo é sobretudo apreciado na quadra natalícia. Neste trabalho reportam-se resultados da fertilização com azoto e boro, na forma de adubos convencionais, e da utilização de Dix10 (com ˜10 % N total, um fertilizante orgânico autorizado em agricultura biológica. Plantas de raiz protegida foram transplantadas a 29 de Agosto de 2005 num compasso 0,8x0,5 m. O solo, de textura franca, continha 0,83 % matéria orgânica, 5,2 pH(H2O e teores em P e K médios e altos, respectivamente. Foram estabelecidas seis modalidades: sem adubação (SAd; Dix10, em dose equivalente a 80 kg N/ha; modalidades com 80 (NB e 160 (N+ kg N/ha, na forma de ureia; e modalidades sem B (B- e com aplicação de 2,2 (NB e 4,4 (B+ kg B/ha. Todas as modalidades de B foram fertilizadas com 80 kg N/ha e as de N com 2,2 kg B/ha, coincidindo na modalidade NB as doses médias de N e B. As plantas SAd produziram 13,7 Mg biomassa/ha e exportaram 33,9 kg N/ha e 40,9 g B/ha, valores significativamente inferiores às modalidades fertilizadas. Dix10 produziu 18,0 Mg de biomassa/ha e exportou 45,1 kg N/ha e 51,3 g B/ha. A modalidade NB originou maior produção de biomassa (38,6 Mg/ha e N exportado (107,9 kg/ha que as modalidades SAd e Dix10. A modalidade N+ não registou aumento de produção nem de N exportado comparativamente com NB. B+ não influenciou a produção de biomassa mas aumentou a concentração de B nos tecidos e o B exportado. N+ reduziu significativamente a concentração de B nos tecidos e o B exportado, sugerindo um efeito de antagonismo da aplicação de N sobre a absorção de B. As produções obtidas e a recuperação aparente de nutrientes mostraram que a redução de produção de biomassa nas modalidades SAd e Dix10 se deveu à reduzida disponibilidade de N no solo durante a estação de crescimento

  5. Biomassa microbiana em amostras de solos secadas ao ar e reumedecidas Microbial biomass in air dried and rewetted soil samples

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Samarão Gonçalves

    2002-05-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a viabilidade do condicionamento de amostras como terra fina secada ao ar (TFSA por curto período, para a determinação do carbono da biomassa microbiana (BMS-C, pelo método da fumigaçãoextração, e verificar a respiração microbiana basal (RB do solo. O condicionamento como TFSA, procedendo-se à fumigação para a análise da BMS-C imediatamente ou 24 horas após o reumedecimento, proporcionou valores de BMS-C para os solos Podzólicos, Latossolo Vermelho-Amarelo álico e Orgânico, semelhantes aos valores dos seus controles. Os solos Glei Pouco Húmico e Vertissolo apresentaram valores de BMS-C similares aos do controle a partir de 24 horas de incubação; o solo Planossolo arenoso apresentou valores similares aos do controle com 72 horas, e a Rendizina, com 168 horas de incubação. Na maioria dos solos, a RB determinada na TFSA apresentou valores maiores do que os do tratamento-controle, quando avaliada imediatamente ou 24 horas após o reumedecimento a 60% da capacidade máxima de retenção de água, seguida de queda e manutenção em níveis semelhantes ao do controle nos períodos subseqüentes. O précondicionamento, de curta duração, como TFSA, é promissor para a determinação da BMS-C, quando níveis e períodos adequados de reumedecimento são adotados.The objective of this work was to evaluate the utilization of short term air dried soil samples in a determination of soil microbial biomass (SMB-C, by a fumigationextraction method, and soil microbial basal respiration (BR. Zero time or 24 hours rewetting incubation period before fumigation procedure gave values of SMB-C similar to those of the control for the Podzolic soils, Allic RedYellow Latosol and Organic soil. Low Humic Gley and Vertisol soils gave values of SMB-C similar to those of the control for periods of incubation equal or higher than 24 hours. Planosol (sandy soil and Rendzina soils gave values of SMB-C similar to the

  6. Flutuações de temperatura e umidade do solo em resposta à cobertura vegetal Soil temperature and moisture fluctuations in response to vegetation cover

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milson L. de Oliveira

    2005-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar as flutuações de temperatura e umidade do solo em resposta à cobertura vegetal, realizou-se um experimento com sete diferentes situações de cobertura do solo, constituídas por solo sem cobertura, presença de vegetação espontânea, cultivo de mucuna e plantio de milho a 0, 30, 60 e 90º em relação ao eixo leste-oeste. Dois meses após a semeadura, em janeiro de 1999, por igual período determinou-se o sombreamento nas entrelinhas do milho, às 8:30, 12:30 e 16:30 h, como também, para todos os tratamentos, a temperatura e umidade do solo nas profundidades de 2,5, 5,0 e 7,5 cm; constatou-se diferença no sombreamento entre o cultivo de milho a 0º e os outros ângulos testados nas determinações matutina e vespertina, mas tais diferenças não foram acompanhadas pela temperatura do solo que, neste caso, registrou valores intermediários entre o solo sem cobertura e os tratamentos com vegetação espontânea e mucuna. No tratamento sem cobertura verificou-se a maior amplitude de variação da temperatura ambiente acima da superfície do solo, registrando-se os menores valores de umidade e os maiores de temperatura do solo.An experimental study was carried out to evaluate the fluctuations of temperature and soil moisture in response to vegetation cover, using the following treatments: bare soil, natural weed cover, velvet bean, and maize at 0, 30, 60 and 90º in relation to a east-west axis. Two months after sowing in January 1999, for similar period the shadowed area between the lines at 8:30, 12:30 and 16:30 h, as well as for all treatments, the temperature and soil moisture at 2.5, 5.0 and 7.5 cm depths were measured. Differences in shadowing between maize cultivated at 0º and all other angles were observed in both morning and afternoon measurements. However, these differences were not accompanied by soil temperature, which showed intermediary values between the bare soil and the treatments with natural

  7. Uso de t?cnicas de extra??o de f?sforo em solos antr?picos da Amaz?nia

    OpenAIRE

    Pessoa J?nior, Erasmo S?rgio Ferreira

    2011-01-01

    A presen?a do nutriente f?sforo em solo pode ser usada como indicadoras de atividades cotidianas antigas ou mesmo na avalia??o de fertilidade. Encontrada em toda a bacia Amaz?nica, as Terras Pretas de ?ndio ou simplesmente Terras Pretas (TP), um Antrosolo rico em nutrientes, principalmente f?sforo, tem sua origem atribu?da ? deposi??o de restos de materiais produzidos por povos antigos da Amaz?nia. Dessa forma, o f?sforo ligado a mat?ria org?nica (Po), ferro (PFe), alum?nio (PAl), c?lcio (PCa...

  8. Desempenho de mudas de gravioleira inoculadas com fungos micorrízicos arbusculares em solo não-esterilizado, com diferentes doses de fósforo

    OpenAIRE

    Samarão,Solange Silva; Rodrigues,Luciana Aparecida; Martins,Marco Antônio; Manhães,Thiago Nogueira; Alvim,Luís Alberto da Mota

    2011-01-01

    O objetivo deste trabalho foi avaliar o desenvolvimento de mudas de gravioleira (Anonna muricata L.) inoculadas com FMAs e cultivadas com diferentes doses de fósforo (P), em solo não-esterilizado. O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação, com delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 x 4 (inoculação x doses de P) sendo: plantas não-inoculadas (controle), inoculadas com Glomus clarum, inoculadas com Gigaspora margarita e inoculadas com inóculo nativo (Gl...

  9. Alterações dos nutrientes no solo e nas plantas em consórcio de eucalipto e acácia negra

    OpenAIRE

    Vezzani, F. M.; Tedesco, M. J.; Barros, N. F.

    2001-01-01

    O consórcio de eucalipto e acácia negra pode trazer benefícios ecológicos e econômicos, tendo em vista a diversidade ambiental e redução dos custos com adubação nitrogenada. Este trabalho teve o objetivo de quantificar os nutrientes no solo e nas plantas e avaliar o crescimento e a produção de eucalipto em consórcio com acácia negra. Foram estudados sistemas de cultivo simples e consorciado de Eucalyptus saligna (Smith) e Acacia mearnsii (De Wild.), com 45 meses de idade, em Argissolo Vermelh...

  10. CALIBRAÇÃO DE SENSOR ELETRÔNICO DE UMIDADE EM DIFERENTES TEXTURAS DE SOLO / ELECTRONIC MOISTURE SENSOR CALIBRATION IN DIFFERENT SOIL TEXTURES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. Gava

    2016-06-01

    Full Text Available A acurácia das leituras de sensores de umidade depende da qualidade do aparelho, mas também de sua calibração. Esses sensores eletrônicos já vêm de fábrica com calibração, porém, sabe-se que esta varia com o tipo de solo. O objetivo desse trabalho foi calibrar o sensor da Falker, modelo Hidrofarm, em solo de textura arenosa e argilosa. Foram utilizadas colunas de PVC de 0,1 m de diâmetro por 0,3 m de altura, que inseridas no solo após saturação, permitiram coletar amostras indeformadas, sem a desagregação das mesmas. No laboratório, cada coluna recebeu uma sonda do equipamento. Após as amostras serem saturadas, iniciou-se o processo de secagem natural, mantidas em laboratório com temperatura constante, e realizadas frequentes medidas de umidade. Sempre que se fazia leituras com o aparelho, as colunas eram também pesadas, para determinação da umidade com base massa. Assim, com a densidade do solo obtida pela relação entre a massa e o volume da coluna, foi possível encontrar a umidade volumétrica e correlacionar com as leituras do aparelho. Foram ajustadas curvas de correlação entre as leituras obtidas pelos sensores e as respetivas medidas de umidade. O desvio de leitura do sensor para a medida real de umidade apresentou-se ser sistemático, sendo de -8% para o solo de textura argilosa e de -4% para o solo de textura arenosa.

  11. Deslocamento miscível de um efluente de indústria de explosivo em colunas de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William Vilar Garcia

    2012-01-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar alguns impactos decorrentes do deslocamento miscível de efluente de nitração de uma indústria de explosivos aplicado em colunas de um Latossolo Amarelo, horizonte B (LA-B, submetido aos tratamentos: adição de carbonatos (BASE, ácidos (ACID, fosfato (FOSF, carbonatos e fosfato (BASE-FOSF e ácidos e fosfatos (ACID-FOSF. A recuperação de nitrogênio em relação ao total aplicado varia entre 10,1 (ACID e 65,5% (BASE. Há correlação significativa entre as curvas de transposição de N obtidas experimentalmente e as simuladas pelo aplicativo STANMOD para a maioria das colunas (p<0,001. A exceção ocorreu para ACID-FOSF (p=0,202. Não há correlação entre carga eletrostática líquida (CEL e as variáveis de ajuste do modelo: fator de retardamento (FR, coeficiente de dispersão-difusão (D e taxa de decaimento de primeira ordem (µ. A adição de fosfato (FOSF favorece a movimentação do nitrogênio, pois diminui FR (2,35±0,05 e µ (0,498±0,050 h-1 e aumenta D (41,8±5,5 cm² h-1 em relação ao observado na coluna LA-B (2,51±0,03; 1,697±0,084 h-1 e 2,8±1,3 cm² h-1 respectivamente. A adição de carbonatos e/ou fosfatos (BASE, BASE/FOSF e FOSF resultou nos maiores valores máximos de demanda química de oxigênio (DQO MÁX. A pequena quantidade de DNA extraída das células bacterianas nos solos sugere que, possivelmente, os processos que governam a adsorção e movimentação de N sejam de natureza não biológica ou que a elevada DQO do líquido percolado prejudica os microrganismos do solo.

  12. Determinação de cargas elétricas em solos Determination of electric charges in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available As cargas elétricas dos solos estudados variaram em função da concentração da solução, do pH e da valência dos íons trocáveis. Optou-se pela determinação das cargas em condições de equilíbrio relativamente a pH e concentração da solução, omitindo-se uma lavagem total do excesso de solução salina. Cargas positivas e negativas variaram com o sal empregado, para amostras do horizonte B2 de um Latossolo Roxo e de uma Terra Roxa Estruturada, aumentando na ordem NaClElectric charges of soils were shown to vary with concentration and pH of the equilibrium solution and with the valence of the counter-ions. Accordingly, in determining the electric charges of soils, total removal of excess electrolyte should be avoided and charges should be determined by measuring ion uptake under equilibrium conditions with respect to concentration and pH. For given values of pH and electrolyte concentration, positive and negative charges determined with different salts for an Oxisol (Latossolo Roxo and an Alfisol (Terra Roxa Estruturada, increased in the order NaCl

  13. Comportamento do meloeiro em cultivo sem solo com a utilização de biofertilizante

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Villela Junior Luiz Vitor E.

    2003-01-01

    Full Text Available O reaproveitamento de nutrientes após a fermentação de resíduos orgânicos em biodigestor, associado à técnica do cultivo hidropônico, é uma alternativa para reduzir custos na agricultura, além de contribuir no menor consumo das reservas naturais de nutrientes do planeta. Com esse enfoque, estudou-se o comportamento da cultura do meloeiro usando a técnica hidropônica e efluente de biodigestor proveniente da fermentação anaeróbica de estrume bovino. Cultivou-se o meloeiro (Cucumis melo L. 'Bônus 2' em condições de ambiente protegido. O delineamento estatístico utilizado foi de blocos casualizados, com 4 tratamentos (cultivo hidropônico em sistema fechado tipo NFT com uso de solução nutritiva organo-mineral; cultivo hidropônico em sistema fechado tipo NFT com uso de solução nutritiva 100% mineral; cultivo em sistema aberto, com substrato e solução nutritiva organo-mineral e cultivo em sistema aberto, com substrato e solução nutritiva 100% mineral e 6 repetições. Foram realizadas avaliações quanto a altura de plantas aos 50; 56; 63; 70 e 77 dias após a semeadura; tempo de colheita; peso de frutos e produtividade. As melhores respostas foram observadas no cultivo hidropônico em sistema fechado tipo NFT com uso de solução nutritiva 100% mineral. A substituição parcial de adubos minerais por biofertilizante, se mostrou viável para os tratamentos em sistema aberto (com substrato, constituindo-se em masi uma alternativa aos horticultores.

  14. Fluoroquinolonas na avicultura: impacto sobre a comunidade bacteriana em solos e organismos aquáticos

    OpenAIRE

    Leila Aparecida Figueiredo

    2015-01-01

    A produção de frango de corte é acompanhada por uma geração elevada de resíduos. Assim, o reuso da cama de aviário como adubo tem se mostrado como uma alternativa viável para a destinação adequada deste resíduo. Entretanto o emprego de fármacos utilizados na produção de aves de corte pode atingir o ambiente e gerar efeitos indesejados tanto na microbiota do solo quanto nos organismos aquáticos de ambientes lacustres próximos aos galpões de produção. O objetivo deste trabalho foi quantificar o...

  15. Soil microbial biomass in organic farming system Biomassa microbiana do solo em sistemas orgânicos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademir Sérgio Ferreira de Araújo

    2010-11-01

    Full Text Available Agricultural production systems have to combine management practices in order to sustain soil's profitability and quality. Organic farming is gaining worldwide acceptance and has been expanding at an annual rate of 20% in the last decade, accounting for over 24 million hectares worldwide. Organic practices avoid applications of synthetic fertilizers and pesticides, rely on organic inputs and recycling for nutrient supply, and emphasize cropping system design and biological processes for pest management, as defined by organic farming regulation in the world. In comparison with conventional farming, organic farming has potential benefits in improving food quality and safety. Plant production in organic farming mainly depends on nutrient release as a function of mineralization processes in soils. The build-up of a large and active soil microbial biomass is important pool of accessible nutrients, therefore, is an important priority in organic farming. In organic farming, there is positive effect of quantity and quality of inputs of organic residues on soil microbial biomass. In this way, the organic systems are extremely important for the increase of the soil fertility and the maintenance of the environmental sustainability.A produção agrícola tem de combinar práticas para prover a sustentabilidade do solo. A agricultura orgânica está ganhando aceitação mundial e cresce à taxa anual de 20% na última década, contabilizando mais de 24 milhões de hectares. As práticas orgânicas evitam o uso de fertilizantes sintéticos e pesticidas, enfatiza a aplicação de matéria orgânica, como também a reciclagem de nutrientes e de processos biológicos para manejo de pragas, através das regras dos sistemas orgânicos no mundo. Em comparação com a agricultura convencional, os sistemas orgânicos têm potencial de melhorar a qualidade e a segurança dos alimentos. A produção das plantas no sistema orgânico depende da liberação de nutrientes

  16. Caracterização e classificação de solos em uma topossequência sobre calcário na serra da Bodoquena, MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcos Gervasio Pereira

    2013-02-01

    Full Text Available A serra da Bodoquena, localizada no Estado do Mato Grosso do Sul, apresenta particularidades nos seus solos, que diferem de outras regiões do bioma cerrado-pantanal. Este trabalho teve como objetivo ampliar o conhecimento dos solos formados sobre calcário, por meio da caracterização dos seus atributos físicos, químicos, mineralógicos e da matéria orgânica. Foi selecionada uma topossequência sobre calcário, onde foram abertas trincheiras no topo (P1, terço inferior (P2, sopé (P3 e baixada (P4 e P5. Os perfis foram descritos morfologicamente e analisados os atributos físicos, químicos e mineralógicos dos horizontes. De acordo com o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, os solos estudados foram classificados como: (P1 Organossolo Fólico Sáprico lítico - OOs; (P2 Chernossolo Háplico Órtico típico - MXo; (P3 Chernossolo Argilúvico Órtico típico - MTo; (P4 Gleissolo Melânico Carbonático chernossólico - GMk1; e (P5 Gleissolo Melânico Carbonático organossólico - GMk2. Todos os perfis estudados apresentaram cores escuras nos horizontes superficiais e mais avermelhadas ou acinzentadas em profundidade, em razão da drenagem, sempre associados com elevados valores de saturação por bases e tendo o cálcio como cátion predominante no complexo sortivo. Das frações húmicas, a humina representou a maior fração do carbono orgânico em todos os solos. A análise mineralógica constatou a presença de calcita na fração areia nos perfis GMk1 e GMk2 e caulinita, illita e montmorilonita, na fração argila de todos os solos. A ocorrência do Organossolo Fólico em ambiente não altimontano, diferente do relatado pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Solos, sugere maior amplitude das condições ambientais para a ocorrência dessa subordem.

  17. Atividade microbiana do solo em pomar de laranja em resposta ao cultivo de adubos verdes Soil microbialactivities in orchard citrus as a response to green manure cultivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais Nucci Buzinaro

    2009-06-01

    Full Text Available Adubos verdes (AVs são condicionadores do solo utilizados para a melhoria da estrutura e fertilidade do solo. Este estudo avaliou o efeito de Crotalaria spectabilis Roth (crotalária, Cajanus cajan (L Millsp (guandu e Brachiaria decumbens Stapf (braquiária nas propriedades microbiológicas e bioquímicas do solo sob laranjal. As leguminosas foram plantadas nas entrelinhas do laranjal e, após 3 meses, cortadas e lançadas nas entrelinhas. A braquiária, já estabelecida, foi roçada e lançada nas entrelinhas. Após 5 meses, as amostras de solo foram coletadas na entrelinha e na linha, na profundidade de 0-20 cm. O delineamento experimental foi em parcela subdividida. Efeito significativo (pGreen manure (GM is a soil conditioner used to improve soil structure and fertility. This study evaluated the effect of Crotalaria spectabilis Roth (showy rattlebox, Cajanus cajan (L Millsp (pigeonpea and Brachiaria decumbens Stapf (brachiaria on soil microbial and biochemical attributes of the citrus orchard. The leguminous was planted at the intercrops and, after 3 months, they were cut and applied in the intercrops. The grown brachiaria was cut and applied in the intercrops. After 5 months, the soil samples were taken from the rows and intercrops in the depth of 0-20 cm. A split-plot design was used. Significant effect (p < 0.05% from the GM application on the bacteria counts and dehydrogenase and nitrifying activities was obtained an it increased, on average, 20, 39, and 190%, respectively. Fungi number decreased 57%. Urease and solubilizing activities and organic matter and moisture contents were not influenced by the GM application. Among the plants, significant responses were found due to the stimulating activities of dehydrogenase of 57% by pigeonpea, urease 58% by brachiaria, solubilizing 346% by showy rattlebox and nitrifying 236% by pigeonpea or brachiaria in relation to the others GM. These results suggest that GM application for successive

  18. Determinação do ponto de carga zero em solos Determination of the zero point of charge in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo van Raij

    1973-01-01

    Full Text Available São apresentados os fundamentos e dois métodos de determinação do ponto de carga zero (PCZ em solos. Por um dos métodos o PCZ foi determinado como sendo o pH do ponto de cruzamento de curvas de titulação dos solos em soluções de NaCl 1; 0.1; 0 01; c 0,001N. Pelo outro método o PCZ foi determinado por extrapolação ou interpolação da carga líquida dos solos, determinada por retenção de íons em soluções de NaCl 0,2N, CaCl2 0,01N e MgSO4 0,01N, ao valor de pH em que a carga líquida era nula.The zero point of charge (ZPC of soils was determined by the crossing point of acid-base potenciometric titration curves in different concentrations of NaCl. Alternatively, the ZPC was found by extrapolating or interpolating the net electric charge of soils, determined by direct adsorption of ions from solution of NaCl, CaCl2 and MgSO4, to the pH of charge zero.

  19. Características químicas do solo sob algodoeiro em área que recebeu água residuária da suinocultura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salomão de Sousa Medeiros

    2011-06-01

    Full Text Available A crescente geração de efluentes líquidos e o seu lançamento no meio ambiente tem-se constituído numa preocupação mundial devido aos impactos negativos gerados. O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis impactos da aplicação do efluente proveniente da suinocultura, após seu tratamento, nos atributos químicos do solo, em área cultivada com algodão. O experimento foi realizado no Perímetro Irrigado Formoso, no município de Bom Jesus da Lapa, BA, em área experimental da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba - CODEVASF. Foram testados cinco tratamentos: MC - manejo convencional = água de "boa qualidade" + adubação química; ET100 = 100 % de efluente tratado; ET75:25 = 75 % de efluente tratado + 25 % de água boa; ET50:50 = 50 % de efluente tratado + 50 % de água boa; ET25:75 = 25 % de efluente tratado + 75 % de água boa. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os atributos químicos do solo avaliados foram: pH, condutividade elétrica, teores de N, P, K, Ca, Mg, Na, Zn, Fe, Mn e Cu. Em geral, quanto aos atributos químicos do solo, a adoção do manejo com efluente tratado apresentou resultados semelhantes aos obtidos com o MC, favorecendo a melhoria da fertilidade do solo e constituindo-se em uma fonte alternativa de fertilização de baixo custo. O efluente tratado, independentemente do fator de diluição, também demonstrou ser uma fonte alternativa de água.

  20. EROSÃO DE SOLOS NO CULTIVO DE TABACO (NICOTINA TABACUN EM UMA PEQUENA PROPRIEDADE RURAL NO MUNICÍPIO DE IRATI PARANÁ.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdemir Antoneli

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho, foi avaliar a taxa de erosão de solos no cultivo do tabaco (nicotina tabacun. L em uma pequena propriedade, sob plantio convencional em Irati –Pr. Utilizou-se do método de áreas de contenção, sendo estimadas taxas de deposição de sedimentos, oriundos de uma área de 1.432 m2. A fumicultura na Região Centro Sul do Estado do Paraná (onde a área de estudos está inserida, é uma das alternativas viáveis das pequenas propriedades, por utilizar uma área de apenas 2,5 ha para geração de renda. O desencadeamento dos problemas ambientais causados por esta atividade está pautado, em alguns casos, na utilização de áreas com declives acentuados (>30%. O plantio convencional do tabaco é realizado sob um camalhão (murundus. A construção deste camalhão contribui para a formação de um canal efêmero de escoamento da água da chuva. A concentração de água na entrelinha (entressulco, potencializa as perdas de solo, principalmente, por haver remobilização constante deste solo para eliminação das ervas daninhas. Após o monitoramento de uma safra (setembro a fevereiro, foram estimadas perdas em torno de 27,58 t/ha sendo considerada uma taxa alta, pois se refere apenas ao período em que o solo estava sob o cultivo do tabaco.

  1. Comparação de soluções extratoras de ferro e manganês em solos da Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigues Maria do Rosário Lobato

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi comparar soluções extratoras (Mehlich 1, Mehlich 3, DTPA-TEA de ferro e manganês em solos representativos da Região Amazônica. Foram determinadas as correlações desses micronutrientes nos solos com os teores e conteúdos na matéria seca da parte aérea de plantas de arroz de três cultivos sucessivos. Aplicou-se a técnica do diagnóstico por subtração, em delineamento em blocos casualizados com parcelas subdivididas. Foram utilizados os solos Podzol, Podzólico Amarelo, Podzólico Vermelho-Amarelo, Latossolo Amarelo, Latossolo Húmico e Aluvial, sob oito tratamentos: controle, completo e com omissão de um dos micronutrientes B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn. Osmicronutrientes e a calagem foram aplicados somente antes do primeiro cultivo. A primeira colheita foi realizada aos 58 dias, a segunda aos 68 e a terceira aos 70 dias após a emergência das plântulas. A solução extratora Mehlich 3 apresentou a maior correlação com o teor de micronutrientes na planta. O melhor coeficiente de determinação foi observado entre as soluções Mehlich 1 e Mehlich 3 quanto aos teores de Fe extraídos dos solos Podzol, Aluvial e Podzólico Vermelho-Amarelo. Com relação ao Mn trocável, os três extratores mostraram-se eficientes na determinação do elemento nos diferentes solos, apresentando coeficientes de determinação significativos entre si.

  2. CORREÇÃO DA ACIDEZ DO SOLO E DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA RADICULAR DO AMENDOIM EM FUNÇÃO DA CALAGEM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CAIRES EDUARDO FÁVERO

    1998-01-01

    Full Text Available O experimento foi realizado em um latossolo vermelho-escuro distrófico, textura média, em Botucatu (SP, com o objetivo de avaliar os efeitos da calagem na correção da acidez do solo e no desenvolvimento do sistema radicular do amendoim, utilizando quatro doses de calcário dolomítico calcinado - 0, 4, 6 e 8 t/ha - e dois cultivares de amendoim: Tatu e Tupã. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, com três repetições. Verificou-se que a calagem proporcionou correção da acidez do solo e aumentou os teores de cálcio e magnésio trocáveis até 40 cm de profundidade. Esse efeito foi constatado três meses após a aplicação de calcário e perdurou até, pelo menos, dezesseis meses. A densidade de raízes foi maior nos primeiros 20 cm, onde, na linha de semeadura, apresentou correlação com parâmetros da fertilidade do solo, principalmente com o teor de cálcio. A calagem aumentou a absorção de cálcio pelo amendoim, atingindo o máximo, com teores, no solo, de 25,3 mmolc /dm3, na camada de 0-20 cm, e 8,9 mmolc /dm3, na de 20-40 cm. Não houve diferença entre os cultivares Tatu e Tupã quanto à absorção de cálcio do solo.

  3. Efeitos da fosfatagem nos atributos químicos do solo e produção de cana-de-açúcar para forragem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. A. M. Lisboa

    2017-12-01

    Full Text Available O fósforo (P é considerado um elemento essencial para o cultivo da cana-de-açúcar, assumindo grande importância no enraizamento, no perfilhamento e na produção de forragem. Com o objetivo de avaliar os efeitos da fosfatagem em pré-plantio nos atributos químicos do solo e no desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar para produção de forragem foi realizado um experimento com a variedade RB 86 7515, junto à unidade produtora da Usina Santa Mercedes, Tupi Paulista, SP. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com 8 tratamentos e 4 repetições, totalizando 32 unidades experimentais, em esquema fatorial 2 x 4, duas fontes de fósforo (fosfato decantado e fosfato de monoamônio e quatro doses de fósforo (0; 80; 120; 160 kg/ha P2O5. As fontes e doses testadas de fósforo (P aumenta a disponibilidade de P no solo, sendo a dose de 120 kg/ha P2O5 que apresenta maior produção de massa verde de forragem. A fonte fosfato monoamônico reduz o pH do solo e aumenta a disponibilidade dos micronutrientes como ferro, boro e zinco.

  4. Estudo da influência da cobertura do solo nas condições ambientais, na produção e na ocorrência de Botrytis cinerea numa cultura de tomate em estufa

    OpenAIRE

    Pereira, Bruno Luís Santos

    2015-01-01

    A cobertura do solo é comum em horticultura extensiva, sendo por vezes também usada na produção em estufa. Esta técnica afeta as condições ambientais dentro das estufas. Os principais objetivos deste trabalho consistem em estudar a influência da cobertura do solo nas condições ambientais, na produção e na ocorrência de Botrytis cinerea numa cultura de tomate em estufa Os ensaios experimentais foram realizados em duas estufas com ventilação natural e permanente, localizadas n...

  5. Qualidade física e química do solo em áreas de exploração florestal no Mato Grossso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Aparecida Iarema

    2011-06-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o impacto provocado nos solos sob pátios de estocagem de madeira, bem como a influência do formato dos pátios sobre o processo de degradação nesses locais, foram selecionados cinco pátios em uma área de exploração de madeira, onde predominava solo do tipo Latossolo Vermelho-Amarelo, localizada no Município de Nova Maringá, MT. Foram escolhidos quatro pátios de formato quadrado e um de formato retangular. Em cada pátio, estabeleceram-se três transectos, que adentraram a mata nativa, sendo feitas coletas de solo na profundidade de 0 a 20 cm, em cinco pontos de cada transecto. Essas amostras foram utilizadas para a determinação de textura, argila dispersa em água, umidade na capacidade de campo, estabilidade e distribuição de agregados, análises químicas de rotina, C-total, N-total e C mineralizável. Para a determinação da densidade do solo e densidade de partículas, as amostras foram retiradas nas profundidades de 0 a 5 cm e 15 a 20 cm do transecto central. Os resultados foram submetidos a testes de média (Tukey, P<0,05. Testes de resistência à penetração em cinco pontos de cada pátio e três pontos na mata adjacente foram realizados na época da seca e na época chuvosa. Os resultados mostraram que houve forte degradação nas propriedades dos solos sob pátios de estocagem, observando-se expressivo aumento na densidade do solo e resistência à penetração, bem como diminuição da porosidade total, do DMP dos agregados e dos teores de nutrientes. A utilização de pátios com diferentes formas não minimizou os impactos ambientais.

  6. ALTERAÇÕES ELETROQUÍMICAS E DINÂMICA DE NUTRIENTES NA SOLUÇÃO DO SOLO EM ARROZ IRRIGADO COM LIXIVIADO INDUSTRIAL TRATADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Filipe Selau Carlos

    2015-04-01

    Full Text Available A utilização de efluentes industriais tratados na irrigação do arroz por alagamento pode provocar alterações eletroquímicas e aumentar o teor de nutrientes na solução do solo. Para testar essa hipótese, este trabalho teve por objetivo avaliar a dinâmica dos atributos químicos e eletroquímicos da solução do solo sob cultivo de arroz irrigado com lixiviado industrial tratado, contendo 820 mg L-1 de Na. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, utilizando-se como unidades experimentais vasos preenchidos com 20 kg de solo, em delineamento experimental em blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram: controle (irrigação com água destilada e quatro proporções do lixiviado (25, 50, 75 e 100 %. As coletas de solução do solo foram feitas semanalmente a partir do quarto dia após o início do alagamento (DAA até 84 DAA. A solução do solo foi amostrada na profundidade de 10 cm e analisada para os principais nutrientes e o Na, bem como para a demanda bioquímica de oxigênio (DBO5, relação de adsorção de sódio (RAS, condutividade elétrica (CE e potencial redox (EH. A irrigação com o lixiviado aumentou os teores de K, Ca, Mg, S, P, N-NH+4, N-NO−3 e Na, assim como os valores de RAS e CE, para valores considerados prejudiciais para as plantas. Foi observada diminuição do potencial redox na solução do solo pela irrigação com lixiviado industrial tratado. Os teores de DBO5 e o N-NH+4 diminuíram com o tempo de alagamento. Em proporções menores que 25 %, o lixiviado industrial tratado pode aumentar os teores de nutrientes em solução sem causar interferência do Na para as plantas.

  7. Manejo do nitrogênio no milho em sucessão a plantas de cobertura de solo, sob plantio direto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C. J. Basso

    2000-12-01

    Full Text Available Estabelecida a hipótese de que a antecipação da adubação nitrogenada promove acréscimo no rendimento de grãos de milho pela maior disponibilidade de N nos estádios iniciais de desenvolvimento, foi realizado um trabalho com o objetivo de avaliar diferentes manejos de N para o milho cultivado em sucessão a plantas de cobertura de solo. O experimento foi desenvolvido em área do Departamento de Solos da Universidade Federal de Santa Maria (RS, nos anos agrícolas de 1996/97, 1997/98 e 1998/99, em Argissolo Vermelho distrófico arênico (Hapludalf. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e três repetições. Nas parcelas principais (25 x 5 m, foram cultivadas três espécies para cobertura de solo no inverno: aveia preta (Avena strigosa Schieb, aveia preta + ervilhaca (Vicia sativa L. e nabo forrageiro (Raphanus sativus. Nas subparcelas (5 x 5 m, aplicou-se N para o milho da seguinte maneira: (a 00-00-00, (b 00-30-90, (c 30-30-60, (d 60-30-30 e (e 90-30-00, cuja seqüência para cada tratamento corresponde à quantidade de N em kg ha-1 aplicado em pré-semeadura-semeadura-cobertura do milho. A aplicação de N em pré-semeadura foi realizada após o manejo das plantas de cobertura de solo no inverno, enquanto em cobertura o N foi aplicado quando as plantas de milho estavam com quatro a seis folhas desenroladas. Utilizou-se uréia como fonte de N. Segundo os resultados, o milho cultivado em sucessão ao consórcio com aveia preta + ervilhaca mostrou melhor desempenho do que quando cultivado sobre resíduos de aveia preta e nabo forrageiro. A aplicação de N em pré-semeadura do milho é uma atitude de risco, sendo mais segura a aplicação de N na semeadura e em cobertura.

  8. Biodisponibilidade de chumbo por extratores químicos em solo tratado com ácidos húmicos e carvão ativado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nielson Machado dos Santos

    Full Text Available RESUMOA contaminação de solos por chumbo no município de Santo Amaro da Purificação-BA se originou a partir da instalação na cidade de uma metalúrgica na década de 60 e representa um sério risco à população local. A determinação dos teores disponíveis de Pb no solo é uma ferramenta importante para monitorar os riscos desta contaminação. No entanto, diferentes métodos são utilizados para determinar os teores disponíveis de Pb no solo, o que gera valores distintos entre os extratores. O objetivo do presente trabalho foi comparar a eficiência das extrações feitas com solução Mehlich 1, DTPA e CaCl2, na avaliação da disponibilidade Pb em solo tratado com diferentes amenizantes. A amostra de solo utilizada no experimento foi coletada próximo à metalúrgica. As doses de amenizantes foram estabelecidas com base no teor de carbono dos materiais (ácido húmico de compostagem, ácido húmico comercial e carvão vegetal e corresponderam a 0; 0,75; 1,5; 3 e 7,5 g kg-1 de C. O conteúdo de Pb disponível foi extraído por Mehlich 1, DTPA pH 7,3 e CaCl210 mmol L-1. Foi realizado um fracionamento do solo, determinando-se o metal ligado às frações trocável e matéria orgânica do solo. A adição do AHv reduziu o teor de Pb no solo em 60; 89 e 47% para extrações realizadas com Mehlich 1, CaCl2 e DTPA, respectivamente. O teor de Pb na fração matéria orgânica foi diretamente proporcional às doses dos amenizantes. Os três extratores avaliados foram eficientes na predição dos teores de Pb disponíveis.

  9. Resposta do feijoeiro à aplicação de calcário em solos de várzea do sul de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. Faquin

    1998-12-01

    Full Text Available O experimento foi desenvolvido em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, Lavras (MG, no período de agosto de 1995 a junho de 1996. Objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de calcário em algumas propriedades químicas e na nutrição e produção do feijoeiro cultivado em amostras de quatro solos de várzea e comparar as doses estabelecidas como adequadas com as indicadas pelos métodos da saturação por bases e do Al e Ca + Mg. Utilizou-se um fatorial 6 x 4 em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, constando de seis níveis de saturação por bases (V%: saturação natural, 40, 60, 80, 100 e 120% e quatro solos: Aluvial, Glei Pouco Húmico, Glei Húmico e Orgânico. Após dois cultivos sucessivos, os resultados mostraram que, nos solos de várzea estudados em casa de vegetação, os níveis de saturação por bases e de pH em água para atingir 90% da produção máxima do feijoeiro variaram de 44 a 52% e de 5,1 a 5,3, respectivamente, valores abaixo dos indicados para a cultura em solos das partes mais elevadas. As doses de calcário necessárias para elevar o V e o pH aos valores estabelecidos aproximaram-se das indicadas pelo método da saturação por bases para V2 igual a 70%; o método do Al e Ca + Mg subestimou essas doses. A calagem foi importante para fornecer Ca e Mg e para neutralizar a toxidez de Al e Mn.

  10. Extrações sequenciais de chumbo e zinco em solos de área de mineração e metalurgia de metais pesados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Kummer

    2011-12-01

    Full Text Available A extração sequencial permite obter informações mais detalhadas sobre origem, modo de ocorrência, disponibilidade biológica e físico-química, mobilização e transporte dos metais pesados em ambientes naturais. Com o objetivo de estudar as formas de Pb e Zn foram selecionados oito perfis de solos de diferentes locais dentro de área de mineração e metalurgia de Pb, no município de Adrianópolis (PR, Vale do Rio Ribeira. As amostras foram coletadas nas profundidades de 0 a 10, 10 a 20 e 20 a 40 cm. Foram determinados os teores totais de Pb e Zn e sua especiação nas formas: solúvel; trocável; ligada a carbonatos; ligada à matéria orgânica; ligada aos óxidos de Fe de Al de baixa cristalinidade; ligada aos óxidos de Al cristalinos e filossilicatos 1:1 e 2:1; e residual. Com base nos valores percentuais de participação de cada fração nos teores totais, procedeu-se ao agrupamento das amostras similares por meio da análise de componentes principais (PCA. Houve basicamente duas formas de contaminação dos perfis de solo, sendo uma em decorrência das partículas das chaminés e a outra em função do acúmulo de rejeitos sólidos sobre os solos. A primeira foi mais prejudicial ao ambiente em razão dos maiores teores totais e de formas mais disponíveis no solo (solução mais trocável. De modo geral, houve maior associação de Pb aos carbonatos, seguida das frações residual e óxidos de Fe e Al de baixa cristalinidade. O Zn apresentou-se em formas mais insolúveis, aumentando a participação da fração residual nos teores totais. A PCA foi sensível às diferentes formas de Pb nos solos, pois promoveu o agrupamento das amostras, principalmente, em função da participação das formas trocáveis, ligadas aos óxidos de Fe e Al e ligadas aos carbonatos, em relação aos teores totais.

  11. Produtividade do cacaueiro em função de características do solo: I. características químicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. O. Souza Jr.

    1999-12-01

    Full Text Available Avaliaram-se as produtividades em sete anos (1989 a 1995 de 36 talhões de cacaueiros (Theobroma cacao L. de uma propriedade no município de Itagibá, Bahia. As médias das três maiores (anos mais chuvosos e das três menores (anos mais secos produtividades de cada talhão foram consideradas como variáveis principais na análise de trilha. As variáveis explicativas foram as características químicas (pH em H2O e em KCl, carbono orgânico, N-total, Al, Ca, Mg, P, K, Na, Cu, Zn, Mn, Fe, H + Al e P remanescente, em duas profundidades (0-20 e 30-50 cm, de solos com diferentes texturas. Dados de análise de rotina de solo (pH, Ca, Mg, P e K, do ano de 1995 foram correlacionados com valores dessas mesmas variáveis obtidos nos anos de 1988 e de 1991, com a finalidade de verificar se a fertilidade atual refletiria uma condição passada. O K e o P do solo, nutrientes que foram fornecidos pelas adubações, modificaram-se muito ao longo desses sete anos, enquanto o pH, o Ca e o Mg mantiveram-se mais estáveis ao longo do tempo. Cobre foi o nutriente que mais restringiu a produtividade do cacaueiro; Ca, P e N também limitaram a produtividade da cultura, principalmente em anos chuvosos. Os níveis de pH, K e Mg apresentaram-se altos em alguns talhões, tendo efeitos significativos e negativos sobre a produtividade. Em anos mais secos, os talhões menos produtivos estavam sobre solos mais férteis (possivelmente mais jovens, com menor capacidade tampão e com menor teor de matéria orgânica. Independentemente da quantidade de chuva, dentre os talhões com solos argilosos os mais produtivos tinham maior capacidade tampão de P.

  12. Adubação nitrogenada no perfilhamento da aveia-preta em duas condições de fertilidade do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    NAKAGAWA JOÃO

    2000-01-01

    Full Text Available Para testar o efeito de seis doses de N (0, 20, 30, 40, 50 e 60 kg/ha aplicadas em cobertura, no final do perfilhamento, sobre a produção e a qualidade das sementes de Avena strigosa Schreber cv. Comum, foi conduzido um trabalho, em condições de campo, em Terra Roxa Estruturada distrófica, textura argilosa, em duas glebas com diferentes condições de fertilidade de solo. A gleba de menor fertilidade (pousio apresentava saturação de bases (V de 35% e a de maior fertilidade (cultivo com batata, 49%; nesta aplicou-se calcário para elevar a V para 70%. Na semeadura, foram aplicados 20, 80 e 40 kg/ha de N, P2O5 e K2O, respectivamente. A adubação nitrogenada em cobertura não afetou nem os componentes da produção, nem a produtividade, nem a germinação das sementes, nos dois experimentos. Em condições de maior fertilidade do solo, a dose de 60 kg/ha de N provocou aumento no acamamento das plantas e diminuição do peso hectolítrico. Em condições de menor fertilidade de solo, a adubação nitrogenada ocasionou aumentos na produção de massa vegetativa seca da parte aérea, e quando na dose de 60 kg/ha, aumentou o teor de proteína das sementes.

  13. Influência de exercícios de pilates no solo nos músculos estabilizadores lombares em idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelma Regina Galeno Pinheiro

    2014-10-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n6p648 A prática regular de exercícios físicos é reconhecida como forte aliada do envelhecimento ativo, saudável, ou bem-sucedido, cuja marca distintiva é o desempenho independente e eficaz de atividades de vida diária. O Método Pilates (MP vem surgindo como uma boa alternativa na prática de atividade física em idosos tendo como objetivo principal o fortalecimento e alongamento simultâneo da musculatura, despertando a consciência corporal. O objetivo foi analisar a influência do MP sobre a força e condutibilidade do estímulo elétrico dos músculos paravertebrais lombares, bem como a contração do músculo transverso do abdômen (TrA em idosas antes e após a realização de exercícios de Pilates no solo. Os instrumentos utilizados foram eletromiógrafo de superfície, transdutor de força e a unidade de Biofeedback Pressórico. Participaram do estudo 13 idosas, que foram submetidas a 12 sessões de exercícios de Pilates no solo com duração média de 50 minutos, sendo reavaliadas no término do protocolo de intervenção. As participantes obtiveram aumento da força e da ativação elétrica dos músculos paravertebrais lombares, bem como aumento na capacidade de contração do músculo transverso do abdômen. Com base nos resultados observou-se uma melhora significativa da força e da condutibilidade elétrica dos músculos estabilizadores lombares das voluntárias e, portanto, o treinamento com o MP influenciou positivamente essa musculatura.

  14. Disposição de efluentes da suinocultura em solo : estudo de caso

    OpenAIRE

    Bruno Marchi

    2010-01-01

    Resumo: O presente trabalho discorre sobre o estudo de caso realizado em propriedade suinícola, situada no município de Descalvado – S.P., onde, desenvolveu-se em várias frentes, compreendendo-se em um estudo qualitativo dos efluentes provindos da produção zootécnica de suínos através de analises físico-químicas. Posteriormente compararam-se os parâmetros qualitativos dos efluentes de suinocultura com os parâmetros exigidos pelo Artigo 18 do decreto nº8. 468, de 8 de Setembro de 1976 do Estad...

  15. Permeabilidade do solo na sub-bacia do córrego Centenário, Lavras, MG, em apoio à legislação das cidades

    OpenAIRE

    Furtini, Marcelo Barbosa

    2014-01-01

    As ações antrópicas geram uma série de mudanças nos ambientes urbanos, sendo necessárias medidas que minimizem os conflitos entre o meio urbano e o natural. Uma das questões a serem trabalhadas em planejamento urbano, almejando cidades sustentáveis, é a permeabilidade do solo. A análise das características físicas da região e a capacidade que o solo oferece à passagem de água através de seus vazios são ferramentas indispensáveis para viabilizar a implantação da taxa de permeabilidade (TP) em ...

  16. Biodegradação de filmes de PP/PCL em solo e solo com chorume Study of biodegradation of PP/PCL films in soil and soil with leachate landfill

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Campos

    2010-01-01

    Full Text Available Filmes de blenda de poli(ε-caprolactona (PCL e polipropileno (PP foram obtidos por moldagem por compressão. O estudo da biodegradação de filmes de blendas de PP/PCL em solo e solo com chorume foi obtido pela evolução de CO2, perda de massa, ângulo de contato, microscopia eletrônica de varredura (MEV e calorimetria exploratória diferencial (DSC. As análises de evolução de CO2 mostraram que a biodegradação da blenda de PP/PCL em solo com chorume foi maior que a dos homopolímeros, sugerindo que os polímeros na blenda são mais suscetíveis à degradação, o que se deve à não interação entre PP e PCL. Os resultados também mostraram que os microrganismos do solo com chorume provocaram uma erosão superficial. Verificou-se que a biodegradação do PCL é inibida pelos microrganismos do chorume adicionados no solo.Blend films of polycaprolactone (PCL and polypropylene (PP have been obtained by melt-pressing of both components. The biodegradation of PP/PCL blend films in soil and soil with leachate landfill has been assessed with measurements of evolution of CO2, weight loss, contact angle, scanning electronic microscopy (SEM and differential scanning calorimetry (DSC. The respirometric tests showed that the PP/PCL biodegradation in the soil with leachate was higher than the homopolymers, suggesting that the polymers in the blend are more susceptible to biodegradation owing to the lack of interaction between PP and PCL. The results also showed that biodegradation due to microorganisms in the soil with leachate occurred by surface erosion. It was found that the PCL biodegradation is inhibited by the leachate microorganisms added in the soil.

  17. Comparative investigation on the spectroscopic properties of Pr3+-doped boro-phosphate, boro-germo-silicate and tellurite glasses

    Science.gov (United States)

    Zhang, Liaolin; Dong, Guoping; Peng, Mingying; Qiu, Jianrong

    We report on the spectroscopic properties of Pr3+-doped boro-phosphate, boro-germo-silicate and tellurite glasses. The stimulated absorption and emission cross sections were estimated. Only one emission at 596 nm and 605 nm is observed in Pr3+-doped boro-phosphate and boro-germo-silicate glasses, respectively, while three emissions at 605 nm, 612 nm and 645 nm are observed in Pr3+-doped tellurite glass when excited at 467 nm. The fluorescence lifetime at 600 nm in Pr3+-doped boro-phosphate, boro-germo-silicate and tellurite glasses is 137 μs, 73 μs and 51 μs, respectively. The emissions from Pr3+-doped boro-phosphate, boro-germo-silicate and tellurite glasses show different decay behaviors and can be well explained by multiphonon relaxation theory.

  18. Qualidade sensorial dos frutos do abacaxizeiro 'imperial' cultivado em deficiência de macronutrientes e de boro Sensorial quality of the fruits of 'imperial' pineapple cultivated in macronutrient and boron deficiencies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Mota Ramos

    2010-09-01

    Full Text Available A comercialização do abacaxi vem expandindo-se no mercado mundial principalmente por suas apreciáveis características de sabor, aroma e cor. A nutrição mineral da planta exerce uma influência acentuada na composição química do abacaxi. A inexistência de informações sobre a influência da deficiência nutricional na qualidade dos frutos do abacaxizeiro 'Imperial' motivou a realização de um experimento em casa de vegetação da Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes-RJ, no período de 2003 a 2005, para avaliar os efeitos das deficiências de macronutrientes e de boro na composição fisico-química e na qualidade sensorial dos frutos dessa cultivar. A unidade experimental constou de um vaso de plástico com 14 L de areia purificada e uma muda de abacaxizeiro. Foram utilizados os seguintes tratamentos: completo, - N, - P, - K, - Ca, - Mg, - S e - B, aplicados sob a forma de soluções nutritivas, em blocos casualizados completos, com seis repetições. As seguintes características foram obtidas nos frutos: firmeza, teor de suco, AT, SST, SST/AT, vitamina C, pH, coloração e a análise sensorial da polpa. As deficiências de N e de K aumentaram a firmeza da polpa, mas a de S a diminuiu. As deficiências de N e S aumentaram a AT e o teor de Vitamina C, mas diminuíram SST/AT, a coloração da polpa e o pH. A deficiência de K reduziu os SSTs e a de Ca e de S os aumentou. As deficiências de N e K reduziram a aceitação sensorial dos frutos. As deficiências de P, Mg e B não alteraram as propriedades sensoriais do abacaxi.The marketing of pineapple has been expanding in the world mainly by its appreciable characteristics of flavor, aroma and color. The mineral nutrition of the plant exert an accentuated influence on the chemical composition of pineapple. The inexistence of information on the influence of the mineral deficiency on the quality of the 'Imperial' pineapple fruits motivated the accomplishment

  19. Identificação e caracterização da repelência à água em alguns solos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. V. Pérez

    1998-06-01

    Full Text Available Desde 1986, vem-se observando o fenômeno de repelência à água, em amostras de horizontes coletadas para levantamentos de solos realizados pelo Departamento de Solos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ e pela EMBRAPA - Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Com o objetivo de estudar as causas desse fenômeno, selecionaram-se sete amostras de solo que, inicialmente, foram submetidas à avaliação do grau de repelência à água pelos métodos da molaridade de gotas de etanol e tempo de penetração de gotas de água no laboratório de solos da UFRRJ. A fim de identificar os compostos orgânicos responsáveis pelo fenômeno da repelência, foram empregados dois métodos de extração, os quais foram eficientes na retirada do caráter hidrofóbico das amostras. O primeiro teve por base o uso da partição isopropanol:água destilada, e o outro, desenvolvido pelos autores, empregou extrações simples com n-hexano, éter de petróleo e clorofórmio, além de partições n-hexano:água destilada e clorofórmio:água destilada. As substâncias extraídas foram analisadas no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP. Os resultados indicam que as substâncias isoladas têm sua origem na vegetação local, sendo os alcanos de alto peso molecular os responsáveis pelo caráter hidrofóbico das amostras de solo.

  20. Composição da macrofauna do solo sob diferentes usos da terra (cana-de-açúcar, eucalipto e mata nativa em Jacutinga (MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lizandra de Fátima Martins

    2017-04-01

    com posterior triagem manual dos indivíduos. A identificação de cada grupo taxonômico foi baseada em características morfológicas. O solo para análise química foi coletado nos mesmos pontos de coleta da fauna. A menor riqueza de grupos foi encontrada na cana-de-açúcar, em comparação com o eucalipto e área de mata nativa. A Ordem Hymenoptera foi a mais abundante nas três áreas de estudo, representada principalmente por insetos da Família Formicidae. O resultado da Análise de Componentes Principais mostrou que Enchytraeidae e Oligochaeta associaram-se ao atributo umidade do solo na área de cana-de-açúcar. A Análise de Agrupamento mostrou que há uma separação espacial entre as áreas de estudos em que a mata nativa isolou-se das áreas de cana-de-açúcar e eucalipto. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que o uso da terra, principalmente o monocultivo como cana-de-açúcar, provoca uma diminuição na diversidade de invertebrados edáficos. Palavras-chave: Distância euclidiana. Ecologia do solo. Densidade de invertebrados. Alterações de ecossistemas.

  1. Atributos físicos do solo relacionados ao armazenamento de água em um Argissolo Vermelho sob diferentes sistemas de preparo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Mellissa Ananias Soler da

    2005-01-01

    Full Text Available Os sistemas de preparo afetam a estrutura do solo e podem influenciar o armazenamento de água disponível para as plantas. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de longo prazo (17 anos dos sistemas de preparo convencional (PC, preparo reduzido (PR e semeadura direta (SD sobre os atributos físicos relacionados ao armazenamento e disponibilidade de água de um Argissolo Vermelho com textura média, em Eldorado do Sul, RS. Amostras de solo (0-2,5, 2,5-7,5, 7,5-12,5, 12,5-17,5cm foram coletadas numa seqüência ervilhaca/milho. Adicionalmente, amostrou-se uma área sob campo nativo (CN, adjacente à área experimental, como referência à condição natural do solo. O solo em SD apresentou maiores teores de carbono orgânico (CO na camada superficial e maiores valores de resistência ao penetrômetro em profundidade, em relação ao solo em preparo convencional. Os sistemas de preparo não se diferenciaram quanto ao seu efeito na macro e microporosidade do solo, contudo o revolvimento no PC aumentou a condutividade hidráulica saturada em profundidade. Não se verificou nenhuma restrição física ao desenvolvimento radicular sob os diferentes sistemas de preparo, o que foi comprovado pelos valores de densidade (1,35 a 1,65 Mg m-3, macroporosidade (0,09 a 0,20 m³ m-3 e resistência ao penetrômetro (0,25 a 0,75 MPa. Do ponto de vista hídrico, as curvas de retenção e o volume de água disponível (AD = 10 kPa (capacidade de campo - 1.500 kPa (ponto de murcha permanente, não foram influenciados pelos sistemas de preparo, sendo o baixo volume de água disponível (0,05 a 0,09 m³ m-3 relacionado à textura desse solo. Nesse caso, o aumento da taxa de infiltração e a diminuição da evaporação da água decorrente da manutenção dos resíduos vegetais sobre o solo nos sistemas de preparo reduzido e semeadura direta, podem contribuir para uma maior disponibilidade hídrica na fase inicial do estabelecimento das culturas nesses sistemas

  2. Tamanho e forma de parcela em experimentos com morangueiro cultivado em solo ou em hidroponia Plot size and shape in trials using strawberry cultivated with soil or using hydroponics

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carine Cocco

    2009-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi estimar a forma e o tamanho de parcela ótimos para ensaios com a cultura do morangueiro (Fragaria x ananassa em cultivo hidropônico e em solo. Foram conduzidos dois, experimentos, um em cultivo convencional no solo, em túneis baixos, e outro em cultivo hidropônico. Em cada experimento, avaliaram-se os efeitos do tamanho e do formato das parcelas sobre a precisão experimental. Cada planta foi considerada uma unidade básica, e o número de unidades básicas por parcela variou de 1 (48 parcelas a 24 (duas parcelas. Foram ajustadas funções para a determinação do coeficiente de variação entre as parcelas e para a determinação da variância por unidade básica entre as parcelas. O cultivo no solo apresentou maior variabilidade experimental que o cultivo hidropônico. O aumento no número de plantas por parcela causou redução acentuada na variabilidade experimental, especialmente quando se usou o formato de parcela retangular. O tamanho ótimo estimado das parcelas é de dez plantas, no cultivo com solo, e de seis plantas, no cultivo hidropônico.The objective of this work was to estimate the optimal size and shape of plots to be used in experiments of strawberry (Fragaria x ananassa cultivation in soil or using hydroponics. Two experiments were conducted, one in soil in low tunnels, and another in a hydroponic system. In each experiment, the effects of plot sizes and shapes on experimental accuracy were evaluated. Each plant was considered an experimental basic unit, and the number of plants per plot varied from 1 (48 plots to 24 (two plots. Functions were adjusted to determine the coefficient of variation among plots and the variance per basic unit between plots. Plants grown in soil had higher experimental variability than the plants grown in hydroponics. Increasing the number of plants per plot caused strong reduction in the experimental variability, especially when a rectangular plot shape was used

  3. Relações da erosão em entressulcos com o tipo e com a quantidade de resíduo vegetal na superfície do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. A. Braida

    1999-09-01

    Full Text Available Os resíduos vegetais na superfície do solo são muito efetivos em dissipar a energia de impacto das gotas de chuva, além de constituírem barreira física ao livre escoamento superficial da água. A presença desses resíduos em contato direto com a superfície do solo pode influenciar, decisivamente, a erosão em entressulcos. Este estudo objetivou avaliar as relações da erosão em entressulcos com a quantidade de resíduo vegetal em cobertura e verificar as diferenças nessas relações para palha de milho e palha de trigo. Um experimento de campo foi instalado no Centro de Pesquisa de Florestas e Conservação do Solo da FEPAGRO, em Santa Maria, RS, em Podzólico Vermelho-Escuro franco-arenoso. As parcelas experimentais mediam 0,50 x 0,75 m, com a maior dimensão no sentido do declive do terreno, que era de 0,17 m m-1, arranjadas em quatro blocos completos ao acaso. Palhas de milho e de trigo, picadas em fragmentos de 7,5 cm, foram distribuídas, nas parcelas, sobre solo recentemente preparado, em quantidades de 0,00, 0,05, 0,10, 0,20, 0,40 e 0,80 kg m-2. Em seguida, foi aplicada uma chuva simulada de intensidade média de 67 mm h-1 e duração de 90 min. As taxas de perdas de solo e água por erosão em entressulcos variaram ao longo da chuva, dependendo da quantidade de resíduo vegetal existente na superfície do solo, porém não foram observadas variações significativas em relação ao tipo de palha. A relação da erosão em entressulcos com a fração do solo coberto (dada em função da quantidade de palha pode ser expressa por meio de uma equação exponencial. Por ser um modelo simples, com medidas de fácil obtenção, sugere-se esse modelo para estimar o subfator cobertura do solo em entressulcos por resíduos em contato direto com a superfície.

  4. Efeito de Herbicidas sobre a Biota de Invertebrados do Solo em Área de Restauração Florestal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Nogueira Scoriza

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO O controle químico de plantas daninhas é um método eficaz utilizado em florestas plantadas e em áreas de restauração florestal, favorecendo o desenvolvimento das mudas florestais e a redução dos custos de intervenção. Entretanto, se essa estratégia não for aplicada de maneira correta, pode-se tornar um potencial causador de impactos negativos aos organismos do solo e aos processos ecológicos que esses participam. Avaliou-se o efeito do uso de herbicidas na biota do solo por meio da amostragem da comunidade da fauna edáfica e testes ecotoxicológicos de reprodução e sobrevivência de Folsomia candida eEnchytraeus crypticus, em área-alvo de restauração florestal recém-implantada. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos consistiram da aplicação dos herbicidas pós-emergentes mesotrione (0,4 L ha-1, fluazifop-P-butyl (1,0 L ha-1 e nicosulfuron (1,5 L ha-1, aplicados em área total nas parcelas, mais o controle (sem aplicação. Na área de estudo, foram realizadas duas aplicações dos herbicidas com intervalos de seis meses, onde as parcelas foram correspondentes aos tratamentos em ambas as aplicações. Em cada parcela, foram realizadas quatro coletas de solo, sendo a primeira (coleta 1 seis dias antes da segunda aplicação dos herbicidas na área. As demais, após um (coleta 2, oito (coleta 3 e 22 dias (coleta 4 dessa mesma aplicação. A comunidade da fauna do solo foi avaliada por meio do método de funis de Berlese modificado, utilizando-se uma amostra de solo por parcela. Em laboratório, os indivíduos foram contados e identificados em grandes grupos. Os ensaios ecotoxicológicos de sobrevivência e reprodução de F. candida e E. crypticus foram realizados a partir de uma amostra composta de solo por tratamento. Um dia após a aplicação do herbicida mesotrione, verificou-se diminuição da riqueza média nos índices Shannon

  5. Efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos Residual effect of sulfentrazone, isoxaflutole and oxyfluorfen in three soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    C.A.D Melo

    2010-12-01

    Full Text Available As características físicas e químicas do solo, além das condições climáticas, influenciam o comportamento de herbicidas aplicados em pré-emergência das plantas daninhas. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito residual de sulfentrazone, isoxaflutole e oxyfluorfen em três solos. O ensaio foi conduzido em ambiente protegido e o delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos, para cada solo, foram dispostos em esquema fatorial 3 x 5, sendo três herbicidas e cinco épocas de semeadura após aplicação dos produtos. Os herbicidas sulfentrazone, oxyfluorfen e isoxaflutole foram aplicados nas doses de 0,5, 0,72 e 0,113 kg ha-1, respectivamente, sobre potes plásticos de 250 mL previamente preenchidos com os dois solos de textura argilosa e um de textura franco-arenosa. Posteriormente, procedeu-se à semeadura da espécie bioindicadora Sorghum bicolor de forma escalonada, aos 0, 15, 30, 45 e 60 dias após a aplicação (DAA. Uma testemunha sem herbicida foi semeada nas diferentes épocas para cada solo e usada como comparação nas avaliações. Aos 21 dias após a semeadura em cada época, realizaram-se avaliações de intoxicação e crescimento das plantas através da massa seca da parte aérea. As plantas de sorgo, no solo argiloso com 9,0 dag kg-1 de matéria orgânica (MO submetido à aplicação de isoxaflutole, sulfentrazone e oxyfluorfen, produziram massa seca da parte aérea igual a 34, 20 e 40%, respectivamente, aos 60 DAA, em relação às plantas crescidas nesse solo sem aplicação do herbicida. No solo franco-arenoso, observou-se elevado efeito residual dos herbicidas sulfentrazone e oxyfluorfen e diminuição do efeito residual do isoxaflutole ao longo do tempo, com 80, 90 e 40% de controle aos 60 DAA, respectivamente. No solo argiloso com 4,4 dag kg-1 de MO, verificou-se que o herbicida isoxaflutole perdeu a eficácia de controle ao longo do tempo, diferentemente do

  6. Reação de genótipos de soja ao alumínio em hidroponia e no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Luiz Augusto Copati

    2001-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os genótipos de soja BR86-5974, BR86-7396, Dourados, Doko RC, EMGOPA 305, IAC-9, BR-9 (Savana, UFV-1, UFV-9 e UFV Araguaia em relação à tolerância ao alumínio (Al em hidroponia e em solo. Na solução com Al foi medido o comprimento radicular. Em solo com 49% de saturação de Al avaliou-se área foliar, altura de planta, altura de inserção da primeira vagem, produção de matéria seca, produção de grãos e índice de colheita. Os genótipos BR86-7396 e IAC-9 são os de maior tolerância ao Al, e UFV-1 mostrou o pior desempenho. Houve correlação significativa entre alongamento radicular e produção de grãos (r = 0,705, área foliar (r = 0,645 e produção de matéria seca (r = 0,634. Isto indica que experimentos em hidroponia e solo são igualmente eficientes na seleção de soja tolerante ao alumínio. A variabilidade detectada sugere que o conjunto de genótipos de soja possui ampla variabilidade genética, o que é desejável em programas de melhoramento com o objetivo de elevar estabilidade de produção no Cerrado.

  7. Influência das frações de areia na retenção e disponibilidade de água em solos das formações Caiuá e Paranavaí

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2013-06-01

    Full Text Available Tem sido verificado que a adoção das técnicas de uso e manejo para solos derivados do arenito Caiuá no noroeste do Paraná nem sempre corresponde às expectativas de produção das culturas. Nessa região ocorrem duas Formações desse arenito: a Caiuá e a Paranavaí, com diferenças na granulometria dos solos. A hipótese é de que os solos da Formação Caiuá tenham menor retenção e disponibilidade de água para a produção agrícola, em razão da maior proporção da fração de areia grossa do que solos da Formação Paranavaí. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a retenção e disponibilidade de água do solo em integração lavoura-pecuária e cultivado com abacaxi em solos do arenito das Formações Caiuá e Paranavaí, no noroeste do Paraná. Em 2010, foram realizadas duas amostragens de solo em quatro áreas agrícolas comerciais de integração lavoura-pecuária e produção de abacaxi, que apresentaram textura arenosa na camada de 0-40 cm; nessas havia evidências de que, mesmo com a utilização das melhores técnicas agronômicas de manejo de solo, as produtividades de soja, pastagem e de abacaxi eram muito baixas nos solos da Formação Caiuá. Coletas de amostras de solo deformadas e indeformadas nas camadas de 0-10, 11-20 e 21-40 cm foram realizadas para caracterizar a granulometria (argila, silte, areia fina e areia grossa, o carbono orgânico e a retenção de água no solo. Os solos da Formação Caiuá têm granulometria mais grosseira, poros de maior diâmetro e menor disponibilidade de água do que os da Paranavaí. Os riscos de deficiência hídrica são maiores em solos da Formação Caiuá do que os da Paranavaí.

  8. Populações de oligoquetos (Annelida: Oligochaeta em um Latossolo Vermelho submetido a sistemas de uso do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silva Rogério Ferreira da

    2006-01-01

    Full Text Available O trabalho teve como objetivo avaliar a dinâmica da população de oligoquetos edáficos em sistemas de manejo agrícola e pecuário, tendo, como referência, uma área sob vegetação nativa. O trabalho foi conduzido no município de Dourados, MS, num solo classificado como Latossolo Vermelho distroférrico típico, sob sistema com preparo convencional (SC, plantio direto (SPD, integração lavoura/pecuária (SILP, pastagem contínua (PC e sistema natural (SN. As amostragens foram realizadas nas safras de verão e inverno, no período de 2000 a 2003. Os sistemas SPD, SILP e PC favoreceram o desenvolvimento e estabelecimento da população dos oligoquetos edáficos. O sistema natural apresentou uma alta população de oligoquetos edáficos, sendo a grande maioria constituída pelos organismos da família Enchytraeidae. Dentre os sistemas produtivos, o SPD favoreceu a ocorrência dessa família.

  9. Formas de fósforo em solos de várzea e biodisponibilidade para o feijoeiro Phosphorus forms in lowland soils and bioavailability to bean plants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Arnaldo Fernandes

    2002-03-01

    Full Text Available Realizou-se um experimento em casa de vegetação do Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, com o objetivo de verificar a influência da aplicação de calcário e de P em algumas formas de P em quatro solos de várzea cultivados com feijoeiro. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 x 5 x 2, com quatro repetições, a saber: quatro solos [Glei Húmico (GH, Glei Pouco Húmico (GP, Aluvial (A e Orgânico (O], cinco doses de P (75, 150, 300, 500 e 800 mg dm-3 de P e dois níveis de calagem (sem e com. Os solos foram incubados em vasos, por 30 dias, com as respectivas doses de calcário, e por mais 150 dias, com as doses de P. No final desse período, foram coletadas amostras de solo para o fracionamento de P, e o restante foi cultivado com feijoeiro. Cada parcela foi constituída por um vaso com 3 dm³, em que foram cultivadas duas plantas até o final do ciclo. A calagem e a adubação fosfatada influenciaram as formas de P de maneira distinta nos solos de várzea estudados; exceto no solo Glei Pouco Húmico, as formas de P lábil, tanto na ausência quanto na presença de calagem, tiveram pouca participação no P total dos solos. Na presença da calagem, o P lábil foi a forma de P preferencialmente absorvida pelas plantas de feijoeiro.An experiment was carried out in greenhouse of the Soil Science Department of the Universidade Federal de Lavras, State of Minas Gerais, Brazil, with the objective of verifying the influence of application of limestone and phosphorus on some forms of soil P in four lowland soils cultivated with bean plants. The experimental design utilized was a completely randomized in 4 x 5 x 2 factorial scheme, with four replications, that means: four soils [Gley Humic (GH, Bog Soil (O, Alluvial (A and Low Humic Gley (GP], five doses of P (75, 150, 300, 500 and 800 mg dm-3 of P and two levels of liming (without and with. The soils were incubated

  10. Boron fertilization on sweet potato: effect of sources, rates and application formAdubação com boro em batata-doce: efeito das fontes, doses e modos de aplicação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Eduardo Creste

    2011-12-01

    Full Text Available Boron (B fertilization can result in high yield and better sweet potato storage roots quality. However, there is few works about this subject. The objective was to evaluate the yield of sweet potato crops in response to B sources, rates and application form. The experimental design was complete randomized blocks, in factorial outline ((2x2x2+1, with three replications, which resulted of the combination of sources of B (boric acid and borax, application form (via soil and via foliar and doses of B (1 and 2 kg ha-1 and a control treatment (without B. There was no interaction between the factors studied for the commercial yield of sweet potato. No significant differences was found between B sources and application form, but they showed higher yield than the control treatment. Additionally, sweet potato yield increade with application of 2 kg ha-1 of B.A adubação boratada pode proporcionar aumentos na produtividade e na qualidade das raízes tuberosas de batata-doce, no entanto poucos trabalhos contemplam esse assunto. Objetivou-se avaliar a produtividade da cultura da batata-doce em resposta a fontes, doses e modos de aplicação de B. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial ((2x2x2+1, com três repetições. Os tratamentos foram aplicados em cobertura, sendo resultados da combinação de fontes de B (ácido bórico e bórax, formas de aplicação (via solo e via foliar e doses de B (1 e 2 kg ha-1 mais uma testemunha. Não houve interação entre os fatores estudados sobre a produtividade comercial de batata-doce. As formas de aplicação, via solo e via foliar bem como as fontes ácido bórico e bórax não apresentaram diferenças entre si, mas proporcionaram produtividades superiores ao tratamento sem B. A produtividade de batata-doce foi favorecida com a aplicação de 2 kg ha-1 de B.

  11. Pinus afforestation in South Brazilian highlands: soil chemical attributes and organic matter composition Florestamento com Pinus em solos de altitude do Sul do Brasil: atributos químicos e matéria orgânica do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deborah Pinheiro Dick

    2011-04-01

    micronutrientes e o pH do solo. A composição da MOS foi investigada por análise elementar e espectroscopia de FTIR. O solo sob pastagem apresentou maior teor de nutrientes e de MOS comparativamente aos solos sob Pinus, refletindo a maior taxa de decomposição de resíduos subsuperficiais em ambiente de campo. A MOS apresentou maior proporção de carboidratos e de estruturas de origem microbiana nos solos sob pastagem natural. Além da depleção de nutrientes e de MOS, florestamento com Pinus afetou a qualidade da MOS: ao longo do tempo a proporção de estruturas quimicamente recalcitrantes e de grupos carboxílicos aumentou, enquanto a de grupos nitrogenados diminuiu.

  12. Sorção de fósforo em função do teor inicial e de sistemas de manejo de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. S. Rheinheimer

    2003-02-01

    Full Text Available A relação entre o P sorvido/P solução do solo pode ser influenciada pelo teor de P previamente sorvido e pelos sistemas de manejo. Este trabalho teve o objetivo de avaliar as modificações na capacidade de sorção máxima (Pmax e na constante relacionada com a energia de ligação de P com os colóides (k da isoterma de Langmuir, provocadas (a pela inclusão do teor de P previamente sorvido (Ppre e (b por sistemas de manejo de solos. Coletaram-se, em maio de 1997, amostras de solo (Latossolo Vermelho distroférrico típico, Latossolo Vermelho distrófico típico e Argissolo Vermelho distrófico típico, em três camadas (0-2,5, 2,5-7,5 e 7,5-17,5 cm, de três experimentos instalados a partir de 1979, envolvendo os sistemas plantio direto e cultivo convencional com diferentes sucessões de cultura. O solo foi equilibrado com oito concentrações de P em solução de CaCl2 0,001 mol L-1. Após a agitação por 16 h, avaliou-se a concentração de P no sobrenadante. Os dados de P-sorvido e P-solução foram ajustados à equação de Langmuir, obtendo-se a Pmax e a k, considerando ou não o Ppre. A inclusão do Ppre no modelo de Langmuir aumenta, em média, 2,9 vezes o valor da k e não afeta a Pmax, no LVdf, e aumenta em todas as camadas, no LVd, e na camada superficial, no PVd. A Pmax é pouco influenciada pelos métodos de preparo do solo, sucessões de culturas e camadas amostradas.

  13. Relação solo-vegetação em remanescente da floresta estacional decidual na Região Central do Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Moreira Rovedder

    2014-12-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou caracterizar a relação solo-vegetação em remanescente da Floresta Estacional Decidual na Região Central do Rio Grande do Sul a partir da análise da relação entre atributos edáficos e dois grupos fitossociológicos (G1 e G2. Características químicas e o percentual de argila do solo foram submetidos à análise da variância e suas relações com G1 e G2 foram avaliadas por análise de componentes principais (ACP. Para tanto, G1 e G2 foram classificados em 3 intervalos de declividade: 1-14º; 15-34º e 35-45º. Foram identificados Neossolo Litólico nas áreas declivosas e Neossolo Quartzarênico nas áreas planas. G1 na declividade 35-45º e G2 em 1-14º foram mais sensíveis à variação da qualidade química do solo. A relação dos grupos fitossociológicos com a qualidade química do solo aumentou proporcionalmente ao aumento de declividade. Relevo declivoso, pedogênese incipiente e material de origem sedimentar ressaltaram a fragilidade da área, o que valoriza a presença da floresta para a manutenção de serviços ambientais.

  14. Influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial do pinhão-manso cultivado em Latossolo Vermelho eutroférrico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Ohland

    2014-10-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência da densidade do solo no desenvolvimento inicial da cultura do pinhão-manso. O experimento foi realizado em vasos de 10,6 dm³, em casa de vegetação. O solo utilizado foi o Latossolo Vermelho eutroférrico de textura argilosa, coletado em Marechal Cândido Rondon - PR. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, composto por cinco níveis de densidade do solo (1,08; 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3, com quatro repetições. Após 120 dias da emergência das plantas, foram efetuadas as avaliações biométricas e as relativas ao do tecido vegetal. Houve redução de 25% da altura das plantas, na densidade de 1,64 kg dm-3, quando,comparada com a da densidade de 1,08 kg dm-3. Para o comprimento radicular, a redução foi de aproximadamente 24 , 35 , 54 e 66 % para as densidades de 1,22; 1,36; 1,50 e 1,64 kg dm-3 respectivamente, quando comparadas com o da densidade de 1,08 kg dm-3. A limitação do desenvolvimento da parte aérea ocorreu a partir da densidade estimada de 1,26 kg dm-3, com redução do número de folhas, da área foliar e da produção de matéria seca da parte aérea. O desenvolvimento do sistema radicular e o conteúdo de P e K nas plantas de pinhão-manso reduziram-se linearmente com o aumento da densidade do solo.

  15. Sorção e dessorção de tiametoxam e atrazina em solo sob diferentes sistemas de manejo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thayne D. Schmidt

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMO A sorção e dessorção de agrotóxicos no solo são fatores importantes que contribuem para o processo de retenção, bem como seu destino ambiental e biodisponibilidade. Objetivou-se avaliar a sorção e a dessorção do tiametoxam e atrazina em um Latossolo Vermelho distroférrico típico submetido a diferentes sistemas de manejo em um experimento de longa duração. Os sistemas de manejo do solo avaliados foram convencional, integração lavoura pecuária e plantio direto. Para tal, utilizou-se o método da batelada além de amostras de solo coletadas nas profundidades de 0-10 e 10-30 cm. Observou-se baixa retenção de ambos os agrotóxicos no solo para os sistemas de manejo. Para sorção, considerando ambas as profundidades e todos os sistemas, os valores dos coeficientes de Freundlich variaram de 0,87 a 4,30 L kg-1 para o tiametoxam e de 0,98 a 3,55 L kg-1 para a atrazina. Os expoentes de Freundlich variaram de 0,53 a 1,70 para ambos os compostos considerando-se todas as profundidades e sistemas. Os coeficientes de dessorção foram, em sua maioria, superiores aos de sorção sugerindo a ocorrência do fenômeno de histerese.

  16. Picão-preto: uma planta daninha especial em solos tropicais

    OpenAIRE

    Santos,J.B; Cury,J.P

    2011-01-01

    Bidens pilosa está presente em praticamente todo o território brasileiro, além de vários outros habitats tropicais. Entre as características presentes na planta, a abundante e longa produção de propágulos, o fotoblastismo preferencial, o uso eficiente da água, a elevada extração e utilização de nutrientes, bem como características morfofisiológicas específicas, conferem vantagem na competição com as principais culturas anuais e perenes. Devido à plasticidade e flexibilidade adaptativa de B. p...

  17. Avaliação do biossensor DerBac como biossensor de cromato em solos

    OpenAIRE

    Coelho, Catarina Fernandes

    2013-01-01

    Dissertação de mestrado em Bioquímica, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. O rápido desenvolvimento da indústria como a do papel, de fertilizantes e pesticidas, de baterias, de curtumes, de ferro e aço, leva a que grandes quantidades de metais pesados sejam descarregadas no meio ambiente constituindo uma grave fonte de contaminação. Ao contrário dos contaminantes orgânicos, os metais pesados não são biodegradávei...

  18. Manejo do solo em sistema de produção integrada de rosas

    OpenAIRE

    Barbosa, Juliana Caldeira Victer

    2013-01-01

    O Sistema de Produção Integrada consiste na exploração agrícola visando à produção de alta qualidade, por meio do uso dos recursos naturais e de mecanismos reguladores para minimizar o uso de insumos e contaminantes, garantindo, assim, a sustentabilidade. Este trabalho foi realizado com o objetivo de identificar a melhor dose de adubo químico associado ou não à adubação verde, em produção integrada de rosas ‘Carola’. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com parcel...

  19. Substâncias húmicas do solo cultivado com plantas de cobertura em rotação com milho e soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Medina Rosa

    Full Text Available RESUMO A matéria orgânica (MO, principalmente suas frações, é indicadora da qualidade do solo e, na agricultura, está relacionada ao aporte de material vegetal por meio de cultivos. Neste contexto, a adoção de sistemas de manejo que aumentassem o fornecimento de MO, consequentemente, melhorariam a qualidade do solo. Assim, neste trabalho foram avaliadas alterações nos teores de MO e substâncias húmicas em um LATOSSOLO VERMELHO Eutroférrico, cultivado com plantas de cobertura em rotação com milho e soja. Em 2010, sob sistema de plantio direto, foram implantadas as plantas de cobertura mucuna anã (Mucuna deeringiana, feijão guandu anão (Cajanus cajan e crotalaria juncea (Crotalaria juncea. Em 2011 foram implantadas as culturas do milho e as plantas de cobertura canola (Brassica napus, crambe (Crambe abyssinica e nabo forrageiro (Raphanus sativus e, em sequência, a cultura da soja. O teor de MO e carbono das frações húmicas foram determinados anteriormente à implantação, após o manejo da cobertura vegetal e após a colheita dos cultivos. No ano agrícola 2010/2011, após manejo das plantas de cobertura leguminosas, observaram-se alterações na concentração total de substâncias húmicas do solo. Em 2011/2012 houve incremento no teor de carbono e alteração no teor de ácidos fúlvicos. Dessa forma, as plantas de cobertura proporcionaram mais carbono na fração ácidos fúlvicos que contribui com aspectos de fertilidade do solo (CTC. O manejo com as plantas de cobertura, leguminosas e brassicáceas, e o cultivo de milho e soja aumentaram teor de MOS em um curto período de tempo, sendo o manejo considerado adequado para as condições estudadas.

  20. Solo agrícola e agricultura em espaço urbano: dinâmicas. O exemplo de Évora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Freire

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo do artigo é melhorar o entendimento sobre o significado da componente agrícola em espaço urbano para as sociedades e perspetivar estratégias no sentido de promover o património solo agrícola e a permanência e sustentabilidade do uso agrícola em espaço urbano. A metodologia de trabalho seguida compreende a análise da dinâmica de evolução urbana, associada à presença da agricultura em espaço urbano em Évora, numa perspetiva que inclui o seu significado nos domínios históricos, sociais, económicos, ecológicos e estéticos.

  1. Fontes e modos de aplicação de boro na cultura do eucalipto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago de Souza Celestrino

    2015-12-01

    Full Text Available Os solos de Cerrado apresentam baixo teor de boro (B no solo, sendo comum a suplementação deste elemento através da adubação via solo e/ou foliar. Portanto, é importante definir qual o melhor modo de aplicação e fonte de B para o bom desenvolvimento do eucalipto. Assim, o objetivo deste trabalho foi comparar o efeito de fontes de B com alta e baixa solubilidade na cultura do eucalipto, bem como a aplicação foliar do micronutriente. O experimento foi conduzido em uma área com latitude 20o 34’ S e longitude 51o 50’ O e altitude de 305 m, no período de 01/2012 a 02/2014. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com seis tratamentos e cinco repetições, dispostos em um esquema fatorial de 3 x 2, sendo: 0 kg ha-1 de B, 1 kg ha-1 de B utilizando como fonte o ácido bórico (alta solubilidade, 17% B ou1 kg ha-1 de B utilizando como fonte o borogran (baixa solubilidade, 10% B, aplicados no sulco de plantio, com ou sem aplicações de ácido bórico via foliar na dose de 0,5% de ácido bórico na calda com volume de 250 L ha-1. Com a omissão de B via foliar houve incremento em altura de plantas nos tratamentos que receberam a aplicação do micronutriente no plantio, diferindo significativamente da testemunha. Porém, ambas as fontes, independente da solubilidade, apresentaram resultados semelhantes. As duas aplicações de B via foliar foram suficientes para que houvesse incremento em altura de plantas, quando comparadas aos tratamentos que não receberam aplicação de B no plantio, aos 21 meses. Aos 24 meses após o plantio foi constatado aumento no teor foliar de B nos tratamentos que receberam aplicação foliar. No entanto, esta não incrementou o crescimento, DAP e volume de madeira do clone de eucalipto. A aplicação de B no plantio, independente da fonte utilizada, assim como aplicação foliar do elemento, foram suficientes para reduzir os sintomas de deficiência de B. Com relação às fontes utilizadas no

  2. Associação micorízica em espécies arbóreas, atividade microbiana e fertilidade do solo em áreas degradadas de cerrado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Helena Scabora

    2011-06-01

    Full Text Available A recuperação de áreas de obras das barragens, em especial de "áreas de empréstimos", é difícil e consiste em um processo lento, visto que toda a vegetação e a camada fértil do solo foram removidas. Intervenções nessas áreas poderiam acelerar o processo de revegetação. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a associação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA em espécies arbóreas, atividade microbiana pela respiração basal e fertilidade em áreas degradadas de cerrado. Utilizou-se solo de duas áreas, solo de pastagem e subsolo exposto. Adubações orgânica e mineral, além da calagem, foram efetuadas nas covas, visando a um melhor crescimento inicial das mudas, assim como, 50 mL de solo de cerrado preservado como inoculante de microrganismos. Mudas de 11 espécies arbóreas foram plantadas ou seja: Anadenanthera falcata (Benth. Speg. (angico-preto, Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Stryphnodendron adstringens (Mart. Coville (barbatimão, Dimorphandra mollis Benth (faveiro, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado, Dipteryx alata Vog. (baru, Machaerium acutifolium Vogel (jacarandá-do-campo, Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Lafoensia pacari St. Hil. (dedaleira e Tabebuia aurea (Manso Benth. & Hook. (ipê-amarelo. Doze meses após a instalação do experimento, amostras de raízes foram coletadas na camada de 0-0,10 m para as avaliações. O subsolo, em relação ao solo de pastagem, continuou pobre em matéria orgânica e com menor atividade microbiana. As maiores porcentagens de colonização micorrízica por FMA foram observados nas espécies Acacia polyphylla D.C. (monjoleiro, Magonia pubescens St. Hil. (tingui, Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne (jatobá-de-cerrado e Schinus terebinthifolia Raddi (aroeira-pimenteira. Tais espécies podem ser indicadas para projetos de revegetação em áreas degradadas de cerrado. As plantas das duas

  3. Origin of microaggregates in soils with ferralic horizons Origem dos microagregados em solos com horizonte B latossólico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Cooper

    2005-06-01

    Full Text Available Microaggregates that characterize ferralic soils have been hypothesized to have physical, geochemical and/or biological origins. Despite of many studies, the hierarchy between these processes that form microaggregates has seldom been reported. The objective of this work was to study the genesis of microaggregates in a sequence of Ferralic Nitisols developed on Quaternary red clayey sediments and diabase in Piracicaba (SP, Brazil. This issue was tackled by combining optical microscopy, image analysis, scanning electron microscopy and elemental iron quantifications by X-ray fluorescence. Micromorphological investigations showed three different types of microaggregates: (i oval microaggregates with well sorted quartz grains in their interior; (ii oval microaggregates without or with poorly sorted quartz grains in their interior; and (iii dense polyedric microaggregates. These morphological evidences, together with the elemental iron determinations and scanning electron microscopy, revealed the contribution of more than one process for microaggregate formation: (i the mechanical action of the mesofauna would form the first type of microaggregates (ii geochemical and biological processes would form the second type and (iii the fissuration of the soil matrix by expansion and compression processes would form the third type.Os microagregados, característicos do horizonte B latossólico, podem ser formados a partir de processos físicos, geoquímicos e biológicos. Apesar da quantidade de trabalhos realizados sobre este tema, poucos tem discutido a hierarquia entre os processos que formam estes microagregados. O objetivo deste trabalho foi estudar a gênese dos microagregados numa seqüência de solos localizada em Piracicaba (SP, Brasil. Os solos foram classificados como Nitossolos Vermelhos Eutroférricos latossólicos e desenvolvem-se a partir de sedimentos argilosos vermelhos do Quaternário e diabásio. Para atingir o objetivo deste trabalho foram

  4. Modifica��ões nos atributos físicos de solos submetidos a dois sistemas de preparo em rebrota de Eucalyptus saligna Monitoring soil physical characteristics in Eucalyptus saligna coppice under different soil tillage systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Regina Cavichiolo

    2005-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivos avaliar o efeito do revolvimento do solo das entrelinhas na produtividade de rebrota de Eucalyptus saligna, por meio das modificações em alguns atributos físicos do solo, e estabelecer qual profundidade de revolvimento apresenta maior ganho em produtividade em solos de texturas distintas, no Estado de São Paulo. Os sistemas de preparo foram: grade até 20 cm de profundidade e subsolador até 30 cm. Foram obtidas amostras indeformadas do solo nas seguintes profundidades: 0 a 10, 10 a 20 e 20 a 30 cm, em nove repetições por tratamento; nos mesmos pontos foram coletadas amostras de solo para análise da fertilidade. Os seguintes atributos físicos do solo foram determinados: densidade do solo, porosidade total e de aeração, macro e microporosidade e da planta: altura e DAP (Diâmetro à Altura do Peito. No solo de textura média não houve efeito do preparo do solo no crescimento das plantas, sendo estabelecido correlação negativa entre a porosidade de aeração, na profundidade de 10 - 20 cm, e o incremento em DAP (r²= 0,74. Essa mesma correlação foi positiva no solo de textura argilosa (r² = 0,78. No solo de textura argilosa, os dois sistemas de preparo de solo apresentaram maiores incrementos em altura e DAP do que a testemunha, diferindo estatisticamente no nível de 1%, pelo teste de Tukey.The objective of this work was to evaluate soil physical characteristic changes in soil of different textures after mechanized harvesting under different tillage systems, in an area of Eucalyptus saligna coppice. The soils were a coarse Yellow Latosol and a Clayey Red Latosol occurring in an area of commercial plantation, in São Paulo State. Soil tillage systems were harrowing to 20-cm depth and subsoiling to a 30-cm depth. The following soil physical characteristics determined were bulk density, total and aeration porosity; and in the plant total height and DBH. There was no tillage effect on plants growing

  5. Atributos Químicos e Bioquímicos em Solos Degradados por Mineração de Estanho e em Fase de Recuperação em Ecossistema Amazônico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Midori Yada

    2015-06-01

    Full Text Available A mineração de cassiterita na mina Serra da Onça, localizada na Floresta Nacional do Jamari, Estado de Rondônia, causou profundas alterações físicas, químicas e biológicas nos solos. Em 1997, a área foi dividida em parcelas e foi dado início a um programa de recuperação, que consistiu na modelagem do terreno, construção de terraços, calagem, fertilização, plantio de leguminosas e plantio de espécies nativas. Em cada ano que se sucedeu, foram instaladas novas parcelas para serem recuperadas, às quais se aplicou o mesmo programa de recuperação, de tal modo que, no momento da amostragem, cada área recebeu uma nota de avaliação de 1 a 7 de acordo com o estádio visual de recuperação. Este trabalho teve por objetivo avaliar os atributos químicos e bioquímicos dos solos das diferentes áreas da mina Serra da Onça. As amostras de solo foram coletadas na camada de 0-20 cm em cada área e em áreas de mata nativa e em vegetação de capoeira localizadas no entorno. Foram avaliados: respiração basal, carbono da biomassa microbiana (CBM, quociente metabólico (qCO2, atividade enzimática (celulase, arilsulfatase, fosfatase ácida e alcalina, desidrogenase e potencial de hidrólise do diacetato de fluoresceína - FDA, concentração de estanho total e nível de fertilidade. Das 12 áreas avaliadas, sete delas estão em estádio avançado de recuperação, quando comparadas com as de mata nativa e de capoeira, por meio de análise multivariada, quanto às características de respiração basal, CBM, qCO2 e atividade enzimática (arilsulfatase, desidrogenase, hidrólise do FDA.

  6. Boro e Vanadio: requisiti di potabilitá e valori di parametro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. Ferrante

    2003-05-01

    Full Text Available

    Obiettivi: i minerali, che costituiscono circa il 4% del peso corporeo e svolgono numerose ed importanti funzioni biodinamiche, si possono suddividere in due gruppi: elementi principali ed elementi essenziali. Gli elementi essenziali necessitano in quantità minime, dal millesimo di milligrammo fino a qualche decina di milligrammi e per la bassissima concentrazione nei tessuti del corpo umano vengono chiamati anche oligoelementi o minerali in traccia. I minerali in traccia sono stati molto attenzionati dalle normative per le acque potabili essendo per i suddetti motivi importanti requisiti di potabilità. Con l’evoluzione della normativa alcuni oligoelementi che prima erano citati solo per memoria adesso devono rientrare in precisi valori di parametro. Tra questi il boro e il vanadio. In questa nota riportiamo la problematica relativa alla presenza di boro e vanadio nelle acque utilizzate per il consumo umano nella zona etnea.

    Metodi: le acque utilizzate nella zona etnea, in particolare quelle della provincia di Catania, sono state analizzate con spettrofometria in emissione (Inductively Coupled Plasma e con spettrofotometria per Assorbimento Atomico (A.A.con effetto Zeeman per il dosaggio del boro e del vanadio in esse contenuti.

    Risultati: il boro e il vanadio essendo elementi naturalmente presenti nei vari comparti ambientali sono stati ritrovati nelle acque potabili della zona etnea in concentrazioni estremamente variabili che talvolta superano i valori di parametro.

    Conclusioni: alla luce dei risultati ottenuti, non essendo ancora dimostrata la reale tossicità per assunzione di tali elementi attraverso il canale alimentare ed essendo molto difficile la loro eliminazione dalle acque, si propone un riesame delle concentrazioni massime ammissibili sulla base della percentuale di assorbimento gastro-enterico e dei relativi “tollerable intake” con

  7. Bradyrhizobium inoculation and nitrogen fertilization on cowpea grown in different soils = Inoculação com Bradyrhizobium e adubação nitrogenada em feijão-caupi cultivado em diferentes solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kelter Carvalho dos Santos

    2014-12-01

    Full Text Available Biological nitrogen fixation (BNF can be limited by the high availability of nitrogen (N. The soil clay fraction and organic matter content control the availability of N, and it is possible that these attributes affect the symbiotic fixation in soils fertilized with N. Based in that assumption, the objective with this study was to evaluate the effect of N fertilization on biological fixation in cowpea grown in five soils, with wide variation in their physical, chemical and and mineralogical attributes, representative of the growing areas of savannah of Roraima. The experiment was carried out in polyethylene pots in randomized blocks design with factorial arrangement 5x5, 5 soils (LAdx; LVd; PAdx; PVAd; RYve, 4 doses of nitrogen (0, 20,40, 80 kg ha-1 in inoculated plants and a control (without inoculation and nitrogen fertilization, with 4 replications. The seeds of BRS Guariba were inoculated with Bradyrhizobium strain BR 3262. The variables studied were: number, size and mass of the pod, root dry mass, nodule number and dry weight of nodules. The BNF provided an increase in the variables studied in all soils. N levels in inoculated plants provided significant increases varying between soil classes, 3–18% for yield components and 8-70% for the other variables. Nitrogen fertilization affects nodulation in cowpea, being restrictive in some soils. = A fixação biológica do nitrogênio (FBN pode ser limitada pela alta disponibilidade de nitrogênio (N. A fração argila e o teor de matéria orgânica do solo controlam a disponibilidade do N, sendo possível que esses atributos venham a interferir na fixação simbiótica em solos adubados com N. Com base nesse pressuposto, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o efeito da adubação nitrogenada na fixação biológica do N em feijão-caupi cultivado em cinco solos, com ampla variação nos seus atributos físicos, químicos e mineralógicos, representativos das áreas de cultivo da Savana

  8. Dez anos de sucessivas adubações com boro no algodoeiro Ten years of cotton fertilization with boron

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Machado da Silva

    1995-01-01

    Full Text Available Instalou-se um ensaio de adubação boratada do algodoeiro, de longa duração, pela primeira vez, em 1983, em Guaíra (SP, visando avaliar os efeitos de sucessivas aplicações de boro. Aplicaram-se doses anuais de 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B, como bórax, na mistura de adubos de semeadura, em esquema estatístico de quadrado latino. Utilizou-se uma gleba de latossolo roxo, distrófico, argiloso, anteriormente cultivado, corrigido no aspecto de acidez e adubado com NPK. As parcelas foram calcariadas no quarto, sexto e nono ano de estudo, enquanto, no sétimo ano, cultivou-se guandu, em rotação. O efeito de boro sobre a produção de algodão aumentou com o passar dos anos e com a realização das calagens; na fase inicial, obteve-se a maior produção, com a dose de 0,4 kg/ha de B e, nas etapas posteriores, com a de 0,8 kg/ha. A concentração de boro no limbo foliar mostrou-se muito sensível à aplicação do micronutriente, destacando-se as diferenças com as adubações sucessivas e após as aplicações de calcário. As doses de 1,6 e 3,2 kg/ha de B proporcionaram decréscimo de produtividade das plantas em relação à produção máxima mesmo nos primeiros anos. Após as calagens, os níveis de boro no limbo foliar, associados a essas doses, mostraram-se superiores a 50 mg/kg de B. Análise química, efetuada durante o nono ano de estudo, indicou acúmulo de boro na superfície do solo e uma lixiviação do micronutriente para camadas até 60 cm de profundidade, proporcionais às doses usadas.A long term trial of boron fertilization was conducted with cotton in a latin square design, firstly installed in 1983 on a low fertility Dusky Red Latosol, limed and frequently fertilized without boron. Rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2 kg/ha of B as borax (11% of B, were applied annually at planting time. The cotton variety used was the IAC-20. The plots were limed in the fourth, sixth and nineth years. In the seventh year

  9. CARACTERIZAÇÃO DE ATRIBUTOS DO SOLO DE TRILHAS ECOTURÍSTICAS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PARATY (RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luana de Almeida Rangel

    2018-01-01

    Full Text Available Em áreas tropicais úmidas, a erosão hídrica é a grande responsável pela perda de solo. A análise de atributos do solo permite inferir áreas que estão sofrendo com processos erosivos e outros tipos de degradação. A atividade ecoturística, pode ser uma forma de conservação do ambiente natural. Porém, a utilização de trilhas pode acarretar impactos quando não há planejamento e manejo adequados para implementação e utilização. A presente pesquisa analisou propriedades do solo, mapeando a ocorrência de processos erosivos em duas trilhas ecoturísticas localizadas no litoral de duas Unidade de Conservação no município de Paraty (RJ, a Reserva Ecológica da Juatinga (REJ e o Parque Nacional da Serra da Bocaina (PNSB. Foram coletadas amostras de solo em dois pontos em cada trilha para avaliar propriedades químicas e físicas como textura, densidade, porosidade, matéria orgânica e pH; foram mapeadas feições erosivas e degradações; e, foi estabelecido o grau de dificuldade nas trilhas. Constata-se que a maioria das feições erosivas mapeadas surgiu a partir da implementação das trilhas, já que o traçado delas não é curvilíneo. A retirada da vegetação e a declividade foram fatores determinantes para o surgimento de ravinas e erosão da borda principalmente na trilha localizada na REJ. O efeito do pisoteio evidenciou-se a partir da densidade crítica do solo (1,4-1,5g/cm³. A grande concentração de partículas finas (areia fina + silte superior a 45% também foi determinante para que fossem atribuídos grau de dificuldade médio, na trilha do PNSB, e elevado, na trilha da REJ.

  10. Fluxo de massa e difusão de enxofre para raízes de milho em solos ácidos de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. J. Silva

    1998-03-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar a contribuição do fluxo de massa e da difusão no transporte de enxofre à superfície das raízes de milho, desenvolveu-se um ensaio em casa de vegetação, entre dezembro de 1991 e janeiro de 1992, utilizando-se amostras superficiais (0-20 cm de três solos ácidos dos municípios mineiros de Viçosa, Paracatu e Lassance. Essas amostras apresentavam, respectivamente, 5,0, 1,2 e 1,4 mg dm-3 de S disponível, obtidos pelo extrator Ca(H2PO42, 500 mg L-1 de P em HOAc 2 mol L-1. O experimento correspondeu a um fatorial 3 x 5, sendo três solos e cinco doses de enxofre (0, 20, 40, 80 e 160 mg dm-3, estando os tratamentos dispostos em blocos casualizados, com quatro repetições. A umidade, controlada pelo uso de um tensiômetro por vaso, foi mantida próxima a -10 kPa durante todo o ensaio. Colhido o experimento, determinaram-se as concentrações de enxofre na planta e na solução do solo. A contribuição do fluxo de massa foi determinada, multiplicando-se a concentração de enxofre no extrato da pasta de saturação pelo volume de água transpirada pela planta. O enxofre transportado por difusão foi calculado, subtraindo-se do enxofre total acumulado na planta o valor correspondente ao enxofre transportado por fluxo de massa. O fluxo de massa foi o principal mecanismo de transporte de enxofre para a superfície radicular do milho. Quando a concentração de enxofre na solução do solo foi alta, esse mecanismo supriu quantidades de enxofre superiores às absorvidas pela planta. A contribuição da difusão para o suprimento de enxofre ocorreu, apenas, em baixa concentração desse nutriente na solução do solo.

  11. Atributos do solo-paisagem em áreas degradadas com malva-branca (Sida cordifolia L. no semiárido paraibano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rivaldo Vital Santos

    2014-07-01

    Full Text Available O desmatamento, com o intuito de obter madeira para fins energéticos, origina áreas degradadas com solo exposto ou com dominância de extrato herbáceo formado por várias espécies, destacando-se a malva (Herissantia crispa L., a qual funciona como alternativa medicinal ou fitomassa para o rebanho nas épocas de estiagem prolongada. Pelo exposto o presente trabalho objetivou estabelecer o histórico das áreas com predominância de malva branca e diagnosticar os atributos morfológicos, físicos e químicos dos solos. O trabalho foi conduzido em cinco áreas com predominância de malva-branca, onde inicialmente realizou-se sua caracterização geral e o histórico de utilização agrícola. Em seguida fez-se a descrição do perfil, quando coletou-se amostras de solo (0-20 cm para análises granulométricas e químicas. Os resultados demonstraram que todas as áreas têm relevo suavemente ondulado e apresentavam, originalmente, cobertura de Caatinga densa e atualmente são utilizadas para pastejo, têm erosão em sulco, afloramento rochoso e pedregosidade. A morfologia indicou solos rasos, com camadas cimentadas, estrutura granular e em blocos, consistência variável, textura areia franca no horizonte A e argilo-arenosa e areno-argilosa no horizonte B. Os atributos químicos revelaram solos ácidos, com concentrações de fósforo muito baixas e de potássio, cálcio e magnésio médias, com saturação por bases variando de 65 a 78%.

  12. Qualidade Física de Solos em Uso Agrícola na Região Semiárida do Estado da Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sálvio Napoleão Soares Arcoverde

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMO A conversão de uma condição natural para uma de uso agrícola pode impor mudanças em atributos, propriedades e processos do solo e trazer consequências ambientais para a região de sua abrangência. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade física do solo em áreas agrícolas de municípios do entorno do lago de Sobradinho, região semiárida do Estado da Bahia, tendo como ferramenta técnicas estatísticas de análise multivariada. Inicialmente, aplicaram-se as análises estatísticas descritiva e de correlação e o teste de normalidade, que serviram como pressupostos para realizar análise fatorial e estimativa dos escores fatoriais. Com base nesses, determinou-se o índice de qualidade física de solo para as profundidades de 0,00-0,10; 0,10-0,20; e 0,20-0,40 m, respectivamente, cujo principal objetivo foi classificar os solos como bom, regular e ruim, de acordo com o desempenho dos seus atributos físicos. Em seguida, realizou-se a análise discriminante para validação dos índices construídos a partir dos resultados da análise fatorial, bem como conhecer os atributos físicos do solo que influenciam e estão associados à qualidade desse na área agrícola da região. A densidade do solo (Ds, macroporosidade (Ma e microporosidade (Mi foram os atributos que se destacaram como indicadores de qualidade, pois apresentaram maior peso relativo nos modelos de discriminação dos sítios amostrados: Ds, Ma e Mi, nas camadas de 0,00-0,10 e 0,10-0,20 m; e Mi e Ds, de 0,20-0,40 m, sugerindo que nas condições estudadas essas variáveis são as principais responsáveis pela qualidade física dos solos. No geral, a qualidade física do solo não foi considerada ideal, fato que pode ser atribuído às práticas de manejo adotadas e, sobretudo, aos baixos teores de matéria orgânica e à textura extremamente arenosa, conferindo fragilidade aos solos da região.

  13. Dinâmica das populações bacterianas em solos de Cerrados Dynamic of bacterial populations from Cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Carlos Pereira

    1999-05-01

    Full Text Available Nos ambientes tropicais, os Cerrados destacam-se pelo seu potencial agrícola. Apesar das funções dos microrganismos no crescimento das plantas e na produtividade das culturas, existem poucas informações dos efeitos resultantes do manejo do solo, na ecologia microbiana. Neste estudo, foram avaliados os efeitos das condições ambientais e das práticas agrícolas sobre as populações bacterianas. As densidades das populações em solos com vegetação nativa foram variáveis e diferenciadas. Em Sete Lagoas, MG, as populações de actinomicetos variaram de 1,7 a 50 X 10(4 UFC/g de solo seco, enquanto em Planaltina as densidades das populações bacterianas em solo com primeiro e segundo ano de cultivo de soja foram semelhantes, mas superiores ao solo com vegetação nativa. A utilização agrícola deste solo não resultou em desequilíbrios acentuados das populações de actinomicetos provenientes de esporos e hifas. As relações esporos/hifas variaram de 1,1 a 5,8. Na rizosfera da soja, os coeficientes de correlação entre as populações de actinomicetos com as demais populações bacterianas foram significativos. Os resultados evidenciam que as práticas agrícolas utilizadas na introdução da cultura da soja em solos de Cerrados pode influenciar o equilíbrio das populações na comunidade bacteriana.Among tropical environments, Cerrados stand out because of its agriculture potencial. Although microorganisms play an important role on soil sustainability and crop production, few information is available on the effects of soil management systems on Cerrado's microbial ecology. In this study the effects of environmental conditions and soil management practices on bacterial populations were evaluated. Bacterial population densities in soil under native vegetation were variable and diferentiated. Actinomycetes densities varied from 1.7 to 50 X 10(4 CFU/g dry soil in Sete Lagoas region, Brazil, whereas bacterial populations in both the

  14. Ocorrência de corpos silicosos em horizontes superficiais de solos de diferentes ecossistemas Occurrence of silica bodies in surface horizons of soils in different ecosystems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liovando Marciano da Costa

    2010-06-01

    Full Text Available O entendimento dos processos que causam as diferentes distribuições de corpos silicosos no solo é essencial para a interpretação dos possíveis fatores ambientais responsáveis pela estabilidade deles, deposição de sedimentos, formação de paleossolos e para análise de sítios arqueológicos. Assim, a presente pesquisa objetivou identificar a ocorrência de corpos silicosos encontrados em horizontes superficiais de solos oriundos de diferentes ecossistemas terrestres. Amostras de horizonte superficial de 10 perfis de solo foram coletadas e queimadas em mufla, para remoção da matéria orgânica. Posteriormente, as amostras foram tratadas com HCl 10 cL L-1, para remoção das impurezas contidas na cinza. A fração silte foi obtida por sedimentação, usando o procedimento de análise granulométrica. A maior parte dos corpos silicosos em solos encontra-se na fração silte. Dessa fração, montaram-se lâminas, utilizando óleo de imersão tipo A para identificação dos corpos silicosos em microscópio óptico. A análise dos resultados permitiu observar a variedade de formas e abundância de corpos silicosos nos solos estudados, sendo mais abundantes e diversificados no solo desenvolvido de quartzito. Nos Latossolos, não houve diferença em abundância de fitólitos em relação aos solos dos biomas do Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga.The understanding of the processes that cause the varied distribution of silica bodies in soils is essential for the interpretation of the possible environmental factors related to their stability, sediment deposition, paleosol formation and for the analysis of archaeological sites. Thus, this study had the objective of identifying and characterizing the silica bodies morphology from surface soil horizons collected at different terrestrial ecosystems. Samples of surface horizons were collected from 10 soil profiles and heated in a muffle furnace to remove organic matter. Thereafter the samples were

  15. Provas de carga horizontal em estacas escavadas a trado mecânico em solo colapsível da região de Londrina, Estado do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Gonçalves Miguel

    2001-05-01

    Full Text Available No Campo Experimental de Engenharia Geotécnica (CEEG da Universidade Estadual de Londrina (UEL, Estado do Paraná, onde o perfil do subsolo se apresenta com uma camada superficial de solo argiloso, poroso e colapsível, com consistência de mole a média, foram realizadas e analisadas quatro provas de carga horizontal em pares de estacas escavadas a trado mecânico, com a finalidade de se obter o coeficiente de reação horizontal do solo (nh e sua variação quanto ao efeito da colapsibilidade. Os resultados das provas de carga horizontal são apresentados através das curvas carga versus deslocamento horizontal do solo, em duas condições: sem inundação e com pré-inundação por 48 horas. O efeito da colapsibilidade do solo é analisado pela redução da capacidade de carga horizontal, determinada pela comparação entre as cargas de ruptura e de colapso obtidas nessas provas de carga. Os resultados das provas de carga permitiram também determinar as curvas do coeficiente de reação horizontal (nh versus o deslocamento horizontal junto à superfície do terreno (yo, considerando a rigidez à flexão da estaca constante com a fissuração do concreto. Na determinação dos valores médios de (nh, foram considerados os intervalos de (yo de 6 a 12 mm (solo não inundado e de 12 a 18 mm (solo inundado

  16. Comportamento do herbicida Fomesafen em solos com diferentes características físicas e químicas

    OpenAIRE

    Costa, Anna Isabel Guido

    2015-01-01

    O conhecimento das interações entre a molécula de um herbicida e o solo é condição essencial para recomendações seguras deste do ponto de vista agronômico e ambiental. Dentre os herbicidas utilizados no Brasil, o fomesafen é um dos que merece destaque no controle de plantas daninhas nas culturas de feijão e soja. Nesta pesquisa, foi avaliado, utilizando cromatografia líquida de alta eficiência, a sorção e a dessorção do fomesafen em dez solos brasileiros com diferentes características físicas...

  17. Parametrização do transporte dispersivo de solutos em solos estruturados: heterogeneidade do meio, percurso de transporte e modelagem

    OpenAIRE

    Schlindwein, S. L.

    1998-01-01

    O transporte dispersivo de solutos no solo é parametrizado por meio de equações difusivas e de modelos que partem da existência de uma relação de causalidade entre as características físicas do meio poroso, da sua condição de umidade e da manifestação macroscópica do processo nele ocorrente. A validade dessa proposição, como critério na elaboração de modelos dos processos que governam o transporte de solutos no solo, é discutida heuristicamente. Com base em índices obtidos a partir de uma aná...

  18. Water erosion under simulated rainfall in different soil management systems during soybean growth Erosão hídrica sob chuva simulada em diferentes sistemas de manejo do solo durante o crescimento da soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando Luis Engel

    2007-01-01

    Full Text Available Soil management influences soil cover by crop residues and plant canopy, affecting water erosion. The objective of this research was to quantify water and soil losses by water erosion under different soil tillage systems applied on a typical aluminic Hapludox soil, in an experiment carried out from April 2003 to May 2004, in the Santa Catarina highland region, Lages, southern Brazil. Simulated rainfall was applied during five soybean cropstages, at the constant intensity of 64.0 mm h-1. Treatments were replicated twice and consisted of: i conventional tillage on bare soil - control treatment (CTBS, ii conventional tillage on cultivated soil (CTCS, iii no-tillage on non tilled soil with burned crop residue (NTRB, iv no-tillage in non tilled soil with crop residue desiccated (NTRD, and v no-tillage on four-years interrupted soil tillage with crop residue desiccated - "traditional no tillage" (NTRT. Regardless of soybean cropstages, water losses were the highest for the CTCS than for the untilled soils, while soil losses were considerably higher in the CTCS treatment only until cropstage 3, in cultivated soil treatments. The NTRT was most effective treatment in terms of both water and soil loss reduction. Water infiltration should also be considered, when considering the soil erosion process caused by rainfall and its associated runoff, due to the management systems usually adopted in cultivated fields.O manejo do solo influencia a cobertura superficial pelo resíduo cultural e, juntamente com a cobertura do solo pela copa das plantas, afeta a erosao hídrica. O objetivo do estudo foi quantificar as perdas de água e solo por erosão hídrica em diferentes sistemas de manejo do solo, em diferentes estádios do cultivo da soja, em um experimento conduzido de abril de 2003 a maio de 2004, na região do Planalto Catarinense, em um Nitossolo Háplico alumínico. Chuvas simuladas foram aplicadas em cinco estádios do cultivo da soja, com intensidade

  19. Valores de referência de qualidade para metais pesados em solos do Rio Grande do Norte

    OpenAIRE

    Preston,Welka; Nascimento,Clistenes Williams Araújo do; Biondi,Caroline Miranda; Souza Junior,Valdomiro Severino de; Silva,William Ramos da; Ferreira,Hailson Alves

    2014-01-01

    O crescimento industrial e o populacional têm aumentado os teores de metais pesados nos solos e impactado a qualidade desse recurso. Nesse contexto, as agências de proteção ambiental vêm despendendo esforços para o estabelecimento de índices que possam identificar áreas suspeitas de contaminação. Valores de Referência de Qualidade para Solos (VRQs) refletem a concentração natural de determinada substância no solo, sem interferência antrópica. O trabalho objetivou estabelecer os VRQs para os m...

  20. Índice de qualidade do solo para a avaliação do impacto de diferentes usos e manejos e sua aplicação em uma área rural de Planaltina (DF)

    OpenAIRE

    Concha Lozada, Clara Milena

    2015-01-01

    Com o objetivo de desenvolver e aplicar um índice de qualidade do solo para a avaliação do impacto de diferentes usos e manejos em áreas de Cerrado, foram analisadas propriedades físicas (textura, taxa de infiltração de água no solo – TI e resistência mecânica do solo à penetração-RP), químicas (matéria orgânica do solo-MOS, saturação por bases-V, fosforo-P, acidez-pH, capacidade de troca de cátions-CTC) e biológicas (cobertura do solo e besouros coprófagos-C+R) de seis áreas experimentais, s...

  1. RELAÇÃO ENTRE O BANCO DE SEMENTES E A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DO SOLO EM UMA FLORESTA DE VÁRZEA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arthur Viana Lau

    2014-08-01

    Full Text Available Objetivou-se relacionar o banco de sementes com a composição química de alguns atributos do solo de um trecho de floresta de várzea localizada na Área de Proteção Ambiental Ilha do Combu, Belém, Pará, Brasil. Foram demarcadas seis parcelas de 20 m x 20 e coletadas amostras de solo a 20 cm de profundidade. O experimento foi avaliado diariamente durante 5 meses, com plântulas a partir de 10 cm de altura quantificadas e identificadas em nível de família, gênero e espécie e consideradas aquelas com densidade média de plantas ≥ 10. Para a análise química do solo, em cada área foram coletadas 10 amostras de solo a 25 cm de profundidade com auxílio de um trado holandês perfazendo um total de 10 amostras que foram homogeneizadas compondo uma amostra por área. Analisaram-se Cu, Fe, Mn, Zn, pH, carbono orgânico, matéria orgânica, N, P, K, Ca, Mg, Al, H+Al. Os resultados mostraram que os componentes do solo com valores aproximadamente iguais não interferiram na riqueza de espécies e na densidade de indivíduos, enquanto que aqueles que apresentaram valores elevados (MO, CO, P, Cu, Fe e Mn interferiram negativamente na densidade de indivíduos na área 1. As variações nos atributos do solo podem provocar alterações na densidade do banco de sementes. Palavras-chave: Plântulas, sementes, germinação, Relação edáfica. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n2p96-101

  2. Estoques de carbono e qualidade da matéria orgânica do solo em áreas cultivadas com cana-de-açúcar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Signor

    2014-10-01

    Full Text Available A cana-de-açúcar é a principal cultura utilizada na produção de etanol biocombustível no Brasil e sua colheita pode ser feita com ou sem queima das folhas, aumentando ou diminuindo a emissão de gases do efeito estufa e a deposição de C no solo. Por meio deste trabalho, avaliou-se o efeito de sistemas de colheita de cana-de-açúcar (com e sem queima da palha, com um, três e seis anos após a última reforma do canavial sobre os teores e estoques de C no solo, a qualidade física da matéria orgânica e a imobilização de C na biomassa microbiana do solo. As áreas de colheita sem queima apresentaram maior teor de C na camada superficial e maiores estoques de C, independentemente do tempo após a última reforma. Diferenças na qualidade física da matéria orgânica ocorreram principalmente na fração com tamanho entre 53 e 75 µm, na qual a proporção de C foi maior nas áreas sem queima. Na camada de 0-10 cm, o sistema sem queima apresentou maior teor de C microbiano. A colheita sem queima da palha é eficiente em acumular C em formas que possuem alto tempo de residência no solo.

  3. MELHORIA DA QUALIDADE QUÍMICA DO PERFIL DO SOLO COMO ESTRATÉGIA PARA ATENUAR OS EFEITOS DE DÉFICITS HÍDRICOS SOBRE A PRODUTIVIDADE DAS CULTURAS DE GRÃOS EM SISTEMA PLANTIO DIRETO

    OpenAIRE

    Douglas Dalla Nora

    2014-01-01

    As melhorias químicas proporcionadas pelo uso do sistema plantio direto têm se restringido às camadas superficiais do solo, limitando o desenvolvimento radicular em subsuperfície, e o uso eficiente da água, especialmente em anos com ocorrência de déficit hídrico. O presente estudo teve os seguintes objetivos: I- caracterizar os efeitos do uso isolado do gesso ou combinado com calcário sobre os atributos químicos do solo e a produtividade das culturas em SPD; II- avaliar o efeito da melhoria q...

  4. GERAÇÃO DE DRENAGEM ÁCIDA E DE CONTAMINAÇÃO POR METAIS PESADOS EM PERFIS DE SOLOS CONSTRUÍDOS EM ÁREA DE MINERAÇÃO DE CARVÃO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dioni Glei Bonini Bitencourt

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO Os solos construídos após a extração de carvão a céu aberto são compostos do solo superficial e, ou, do estéril de mineração. As propriedades químicas desses solos diferem das propriedades dos solos naturais, principalmente em razão do processo de sulfurização. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de acidificação da pirita e de contaminação com metais pesados ao longo de perfis de solos construídos após mineração de carvão, em áreas de diferentes idades, com e sem recuperação ambiental concomitante com a lavra. Foram selecionadas áreas mineradas denominadas de I e II, sem recuperação ambiental durante a lavra e compostas somente pelo estéril de mineração, representando as áreas mais antigas, e IV e VII, contendo topsoil e em alguns locais na camada de argila, constituindo as áreas mais jovens deste estudo. Foram coletadas amostras deformadas até 2 m de profundidade. Analisaram-se granulometria, densidade de partículas, pH em água, Ca, Mg, Al, K, Na, P, H+Al, potencial de acidificação, potencial de neutralização, potencial líquido, teor de C orgânico e condutividade elétrica no extrato da pasta saturada. Também foram extraídos os metais potencialmente biodisponíveis pela metodologia USEPA 3050B, cujos resultados foram comparados com os valores orientadores de prevenção e investigação para solos. Na análise univariada, foi aplicada a estatística descritiva e o teste de aderência de Kolmogorov-Smirnov. O grau de dispersão de cada variável foi avaliado qualitativamente e classificado como: baixo, moderado ou alto. A análise multivariada de componentes principais foi realizada para os solos construídos das áreas I, II, IV e VII; posteriormente, foram construídos biplots dos primeiros componentes principais. Os solos construídos das áreas mais antigas evidenciaram menores pHs e significativo potencial de acidificação. As camadas superficiais detopsoil, dos solos das

  5. Efeito da adsorção de fosfato em parâmetros físicos e na compressibilidade de solos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R. B. Silva

    1999-06-01

    Full Text Available A elevada adsorção de fosfato em solos tropicais oxídicos altera o balanço de cargas nas superfícies das partículas e pode aumentar a dispersão. Conseqüentemente, isto pode influir na distribuição de tamanhos de poros, estabilidade de agregados e suscetibilidade à compactação. Para avaliar o efeito da adsorção de fosfato nas curvas de compressão e limites de consistência de solos, foram amostradas as camadas de 0-3 e 27-30 cm de um Latossolo Vermelho-Escuro (LE e de um Cambissolo (C, ambos de textura muito argilosa, na microrregião dos Campos da Mantiqueira (MG. Foi adicionada solução de fosfato à metade das amostras para atingir a sua capacidade máxima de adsorção. As pressões de preconsolidação foram obtidas a partir das curvas de compressão, que representam, graficamente, a densidade do solo em função do logarítmo da pressão aplicada. Os limites de liquidez, plasticidade e de contração foram também determinados para cada amostra com e sem fosfato. Os resultados mostraram um deslocamento das curvas de compressibilidade no sentido de menores pressões de preconsolidação, em função do aumento de umidade e adsorção de P. Esse deslocamento foi mais pronunciado nas amostras do Latossolo, principalmente na camada de 0-3 cm, mostrando redução na capacidade de suporte de cargas dos solos. A adsorção de fosfato também alterou os limites de consistência, reduzindo a amplitude da zona de friabilidade e, conseqüentemente, alterando a capacidade de trabalho e tráfego dos solos.

  6. Persistência e lixiviação do herbicida simazina em solo barrento cultivado com milho Persistence and leaching of simazine in soil planted with corn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávio M. G. Blanco

    1997-01-01

    Full Text Available Foram determinadas, em experimento de campo, a persistência e a lixiviação do herbicida simazina na dose de 3 kg/ ha i. a. em um solo podzol vermelho-amarelo de textura barrenta plantado com milho, por meio do monitoramento de seus resíduos, durante um ano após a sua aplicação, em 14 de janeiro de 1992. O experimento foi conduzido na Estação Experimental do Instituto Biológico, Campinas, SP, utilizando-se o método de cromatografia gasosa para a determinação analítica de resíduos. Empregou-se o fatorial 8 X 5, "épocas de amostragem do solo" X "profundidades de amostragem", quatro repetições para os procedimentos experimentais no campo, reduzidas para duas nas de terminações analíticas. Os resultados demonstraram que a maior concentração do herbicida localizou-se na camada superficial do solo (0-10 cm de profundidade, onde persistiu até 360 dias após o tratamento na concentração de 0,08 mg/kg de solo. A curva de persistência do produto, para a profundidade de 010 cm , foi representada por uma equação exponencial do terceiro grau. Foram encontrados resíduos de simazina nas camadas de solo à profundidades de 10 -20, 20 -30 e 30-40 cm até 1 8 3 , 6 5 e 6 5 dias após o tratamento, respectivamente.The soil persistence and leaching of simazine were investigated under field conditions at Campinas, SP, Brazil in a loamy podzol redyellow soil planted with corn crop. Simazine was applied at the rate of 3,0kg/ha a.i. at preemergence of weeds and corn on january, 14 1992. Gas chromatography analysis of soil samples taken at five different depths (0-10cm, 10-20cm, 20-30cm, 30-40cm and 40-50cm, eight times after simazine application over the year showed that the highest herbicide concentration was found at the 0-10cm layer; simazine residues were not found below 40cm soil depth and persistence curve of the herbicide was accounted for a 3rd. grade regression. One year after the treatment simazine residues were found in the soil

  7. Utilização de nitrogênio pelo trigo cultivado em solo fertilizado com adubo verde (Crotalaria juncea e/ou uréia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ambrosano Edmilson José

    2005-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o aproveitamento do nitrogênio de adubo verde (Crotalaria juncea L.-15N e da uréia-15N, em fertilização conjugada e separada. O experimento foi conduzido em vasos contendo 5kg de um Latossolo Vermelho distrófico típico (amostra colhida na profundidade de 0-20cm, utilizando trigo (Triticum aestivum L., cultivar IAC-24. O delineamento inteiramente casualizado foi usado com 5 tratamentos e 4 repetições: T1 - uréia-15N (45mg kg-1 de N-uréia; T2 - Crotalaria juncea-15N (100mg kg-1de N-crotalária; T3 - Crotalaria juncea-14N (100mg kg-1de N-crotalária e uréia-15N (45mg kg-1 de N-uréia; T4 - uréia-14N (45mg kg-1 de N-uréia e Crotalaria juncea-15N (100mg kg-1de N-crotalária; T5 - tratamento controle (sem adição de fontes de N. A colheita das plantas de trigo foi realizada aos 50 dias após a emergência (DAE, no estádio de florescimento, separando-se a parte aérea do sistema radicular, sendo também amostrado o solo de cada vaso. Os parâmetro avaliados foram a massa de material seco, altura de plantas, conteúdo de N e abundância de 15N, sendo calculada a recuperação do nitrogênio proveniente das fontes. A recuperação do N-uréia nas plantas de trigo foi maior que o N-crotalária, que permaneceu imobilizado no solo. No sistema solo-planta, a recuperação do N-crotalária foi igual ao N-uréia. A fertilização do solo com uréia conjugada à crotalária ou aplicada separadamente, resultou em maior massa de material seco e conteúdo de N-total nas plantas de trigo. A utilização da Crotalaria juncea como fonte de nitrogênio pode ser uma alternativa para ampliar a conservação do nutriente no sistema solo-planta.

  8. Sorção e mobilidade do lítio em solos de áreas de disposição final de resíduos sólidos urbanos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Fernando Coutinho de Oliveira

    2013-06-01

    Full Text Available Um dos grandes problemas da atualidade é a disposição inadequada dos resíduos sólidos urbanos no solo, e seus efeitos recaem, principalmente, na contaminação das águas e do solo. Este trabalho objetivou o estudo da sorção e da mobilidade do Lítio nos solos das áreas de disposição de resíduos sólidos urbanos dos municípios de Lavras, Campo Belo e Pouso Alegre, MG. A partir dos ensaios de sorção em batelada e mobilidade do Li em colunas de solo, ajustaram-se os parâmetros das isotermas de Freundlich e da equação de transporte de solutos no solo. Pelos resultados obtidos verificou-se que, dentre os solos avaliados, o do município de Lavras foi o que apresentou a maior mobilidade do Li seguido dos solos de Pouso Alegre e Campo Belo, sendo, portanto, mais vulnerável à contaminação das águas subterrâneas.

  9. Relações solo-superfície geomórfica em uma topossequência várzea-terra firme na região de Humaitá (AM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton César Costa Campos

    2012-04-01

    Full Text Available O conceito de superfície geomórfica permite uma interligação entre os diferentes ramos da ciência do solo, tais como geologia, geomorfologia e pedologia. O objetivo deste trabalho foi estudar as relações solo-superfície geomórfica em uma topossequência de 4.500 m na transição várzea/terra firme, na região de Humaitá (AM. Do divisor de águas até a planície do rio Madeira, as superfícies geomórficas foram identificadas com base na ruptura do declive do terreno, em critérios estratigráficos e em outras observações de campo. Foram abertas trincheiras nos segmentos mapeados da topossequência, os perfis de solos foram caracterizados morfologicamente e amostras foram coletadas de seus horizontes. Foram realizadas análises físicas de granulometria, argila dispersa em água, grau de floculação, densidade do solo, densidade das partículas, porosidade total e condutividade hidráulica do solo saturado. As análises químicas incluíram pH em água e KCl; Ca, Mg, K, Na e Al trocáveis; P disponível; H + Al e C orgânico; SiO2, Al2O3 e Fe2O3 do ataque sulfúrico; Fe "livre" extraído com ditionito-citrato-bicarbonato; e ferro mal cristalizado, extraído com oxalato de amônio. Os índices ∆pH, relação silte/argila, Ki e Fe d/Fe t indicaram solos mais intemperizados na parte mais elevada da paisagem em comparação ao declive de infiltração, declive convexo e sopé aluvial, coincidindo com a maior idade da superfície geomórfica I em relação às superfícies geomórficas II e III. As variações dos solos na transeção estudada mostraram solos mais intemperizados nos ambientes de terra firme quando comparados aos solos dos ambientes de várzeas. O entendimento dos eventos geomórficos favoreceu a compreensão da variação dos atributos dos solos na topossequência.

  10. Avaliação da estimativa de substituição de Fe por Al em hematitas de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N. Kämpf

    1998-06-01

    Full Text Available Hematitas de nove solos e uma de itabirito foram tratadas com NaOH 5 mol L-1 e analisadas por difratometria de raios X (DRX, usando varredura escalonada (0,02°2θ/20 s. Determinaram-se o espaçamento d e as dimensões a0 e c0 da cela unitária. As amostras foram dissolvidas com ditionito-citrato-bicarbonato de sódio (DCB, para determinar os teores de Fe (Fe d e Al (Al d. A substituição em Al foi estimada por DRX a partir de a0, usando-se regressões correntemente em uso, baseadas em hematitas sintetizadas a 25°C (Al25 e a 70°C (Al70. Ao parâmetro a0, variando de 0,50380 a 0,50200 nm, correspondeu uma amplitude de zero a 0,125 mol mol-1 Al d. Os valores estimados pela regressão entre a0 e Al d desviaram-se da regressão Al70 por -0,003 a +0,009 mol mol-1 Al, enquanto a regressão baseada em Al25 superestimou a substituição, em média, por 0,03 mol mol-1 Al. Os resultados indicaram que, para a estimativa da substituição de Fe por Al em hematitas de solos por DRX, a regressão estabelecida com hematitas sintetizadas a 70°C (Al mol mol-1 = 31,09 - 61,714a0 é a mais adequada.

  11. Aplicação de zinco em sementes de arroz irrigado e no solo / Application of zinc on rice seeds and on the soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diniz Frouza

    2011-08-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido em casa de vegetação do Departamento de Fitotecnia, na Universidade Federal de Santa Maria, com o objetivo de avaliar a eficiência da aplicação de zinco nas sementes da cultivar de arroz irrigado BRIRGA 410 e em sete amostras de solo, sobre altura de planta, número de afilhos e de panículas, massa fresca e seca da parte aérea e teor de zinco na massa seca da parte aérea das plantas de arroz. O delineamento experimental utilizado foi um bifatorial 4 x 7 em blocos ao acaso, com três repetições. Utilizou-se vaso de latão pintado, revestido com saco plástico, com 3,0 kg de cada solo. Os tratamentos com zinco constaram da aplicação na semente (100 g ha-1 Zn tendo como fonte ZnSO4.7H2O (22,73% de Zn, no solo (5,0 kg ha-1 Zn sendo a fonte Zincodur® (28% de Zn, as duas formas de aplicação combinadas e a testemunha sem zinco. Os resultados evidenciaram que não houve diferença estatística significativa nos tratamentos com zinco aplicado em três classes de solo e no tratamento de semente, sobre o crescimento das plantas, com exceção da variável teor de zinco na massa seca da parte aérea que foi superior para os tratamentos com zinco no solo e na semente + solo. O solo Vacacaí (PLANOSOLO HIDROMÓRFICO Eutrófico arênico, originário de São Gabriel (RS, destacou-se dentre os demais nas variáveis de números de afilhos, massa fresca e seca da parte aérea e teor de zinco na massa seca da parte aérea, pelo fato de apresentar originariamente teor mais elevado de zinco.AbstractThis experiment was conducted in the greenhouse of the Department of Plant Science, at the Federal University of Santa Maria, to evaluate the efficiency of application of zinc on the seeds of irrigated rice cultivar BR- IRGA 410 and on seven soil samples. Plant height, number of tillers, and panicle, fresh and dry shoot and zinc content in dry mass of shoots were evaluated. The experimental design used was a factorial 4 x 7 in

  12. Determinação espectrofotométrica de cálcio em solos Spectrophotometric determination of calcium in soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando A. Soares Coelho

    1969-01-01

    Full Text Available É apresentado estudo da determinação de cálcio em extratos de solo por espectrofotometria de chama, utilizando o espectrofotômetro Beckman, modelo DU. A composição da chama, as pressões dos gases, as interferências e os métodos para eliminá-las foram estudados. Verificou-se ser imprescindível a eliminação das interferências causadas pelos íons de alumínio, ferro e fosfato nas concentrações que normalmente ocorrem nos solos. A utilização de EDTA a pH 9 apresentou resultados satisfatórios na eliminação dessas interferências quando em concentração 0,01 M na solução em que foi determinado o cálcio.A study is presented on the determination of calcium in soil extracts by flame photometry, using a Beckman Model DU spectrophotometer. Flame composition, gas pressure, interferences and their elimination were studied. Results showed it to be necessary to eliminate interferences due to aluminum, iron and phosphate ions in amounts normally present in soils. Enough EDTA solution at pH 9.0 was added to the soil extract until a concentration of 0.01 M in EDTA was reached.

  13. Qualidade de maçãs 'Fuji' influenciada pela adubação nitrogenada e potássica em dois tipos de solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francielle de Souza

    2013-03-01

    Full Text Available Macieiras 'Fuji' crescidas sobre Cambissolo e Neossolo foram tratadas com doses de N e K2O (0; 50; 100 e 200 kg ha-1 de ambos por nove anos. As alterações da maturação e qualidade das maçãs, na colheita e após a armazenagem, decorrentes das aplicações de N e K2O, não foram iguais para os dois solos. Altas doses de N aumentaram o teor de N e diminuíram a cor vermelha e o teor de amido nos frutos, independentemente do solo e da dose de K2O. A massa dos frutos aumentou, e a firmeza da polpa diminuiu em resposta às altas doses de N aplicadas no Neossolo, independentemente da dose de K2O, o que não ocorreu de forma consistente no Cambissolo. A acidez titulável (AT reduziu por altas doses de N em ambos os solos, quando se aplicaram baixas doses de K2O. Os teores de K, amido, AT, massa e coloração avermelhada aumentaram, enquanto a firmeza diminuiu consistentemente e independentemente da dose de N, em resposta a altas doses de K2O no Cambissolo, mas não no Neossolo. Os efeitos de doses de N e K2O sobre a firmeza da polpa e AT foram mais evidentes após a armazenagem do que na colheita.

  14. Soil enzyme activities under long-term tillage and crop rotation systems in subtropical agro-ecosystems Atividade enzimática em solo sob plantio direto e rotações de culturas em agro-ecossistema subtropical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elcio Liborio Balota

    2004-12-01

    Full Text Available Agricultural practices that reduce soil degradation and improve agricultural sustainability are needed particularly for tropical/subtropical soils. No-tillage planting causes minimal soil disturbance and combined with crop rotation may hold potential to meet these goals. Soil enzyme activities can provide information on how soil management is affecting the potential to perform the processes in soils such as decomposition and nutrient cycling. Soil enzyme activities were investigated in a split-plot experiment (3 replications where tillage (no till and conventional was the main plot and crop rotation (soybean/wheat, S/W; maize/wheat, M/W or cotton/wheat, C/W was the subplot. The experiment was established in 1976 in southern Brazil. Soil samples were taken at 0-5, 5-10 and 10-20 cm depths in 1997 and 1998. The 0-5 cm layer under NT system showed increases up 68% for amylase, 90% for cellulase, 219% for arylsulfatase, 46% for acid phosphatase, and 61% for alkaline phosphatase. There were significant correlations of soil enzyme activities with total organic C, and C and N microbial biomass. These results showed that NT increased microbial activity and that soil enzyme activity is a sensitive indicator of alteration soil quality by management.Práticas agrícolas que reduzam a degradação do solo e promovam sustentabilidade são importantes para os agrossistemas tropicais/subtropicais. O plantio direto (PD diminui as perdas de solo e, se combinado com rotação de culturas pode proteger o solo da degradação físico-química provocada pela agricultura intensiva. A atividade enzimática do solo pode fornecer importantes informações de como o manejo do solo está afetando a decomposição da material orgânica e a ciclagem dos nutrientes. Assim, avaliou-se a atividade das enzimas amilase, celulose, arilsulfatase, fosfatase ácida e fosfatase alcalina em um experimento a campo, instalado em 1976 em Londrina, PR, que tem como tratamentos o preparo

  15. Níveis críticos para atributos do solo pela distribuição normal reduzida em culturas anuais de subsistência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique A. de Souza

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivou-se, neste trabalho, propor níveis críticos para atributos químicos do solo utilizando-se a distribuição normal reduzida em áreas de agricultura familiar de subsistência cultivadas com milho e feijão-caupi, no semiárido brasileiro. Amostras de solo foram coletadas em propriedades de agricultores familiares do Sertão dos Inhamuns-Crateús. Para a obtenção de níveis críticos foi utilizada a distribuição normal reduzida que utiliza os dados de produtividade e a relação entre produtividade e o atributo químico do solo atribuindo o nível crítico para 90% da produtividade máxima. Os níveis críticos obtidos para as áreas cultivadas com milho e feijão caupi em região semiárida são: MO (g kg-1: 7,3 e 7,5; pH: 6,6 e 6,5; P (mg dm-3: 8,6 e 8,2; K: 2,8 e 2,7; Ca (mmol c dm-3: 33,3 e 22,4; Mg (mmol c dm-3: 11,2 e 9,9 e saturação por base (%: 73 e 71, respectivamente. O nível crítico pela distribuição normal reduzida pode ser utilizado com vista à obtenção de níveis críticos para atributos químicos do solo. Os atributos com maior frequência para o índice negativo em relação ao nível crítico estimado (NCRIz são Ca > V > pH > Mg > K = MO > P e V > pH > P > MO > Mg > K > Ca para as áreas de milho e feijão, respectivamente.

  16. MÉTODOS DE INDEXAÇÃO DE INDICADORES NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO EM RELAÇÃO À EROSÃO HÍDRICA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernardo Moreira Cândido

    2015-04-01

    Full Text Available A avaliação da qualidade dos solos agrícolas é importante para definição e adoção de práticas de manejo que garantam a sustentabilidade socioeconômica e ambiental. Os métodos de indexação dos indicadores de qualidade denominados Índice de Qualidade Integrado (IQI e Índice de Qualidade Nemoro (IQN foram utilizados neste estudo para avaliar a qualidade de solo em áreas experimentais de plantio de eucalipto. A seleção dos indicadores foi feita a partir de nove indicadores de qualidade do solo: diâmetro médio geométrico, permeabilidade à água, matéria orgânica, macro e microporosidade, volume total de poros, densidade do solo, resistência à penetração e índice de floculação, que estão relacionados à erosão hídrica. Os tratamentos constituíram de eucalipto plantado em nível, com e sem a manutenção dos resíduos, em desnível e solo descoberto, em dois biomas distintos, cujas vegetações nativas são Cerrado e Floresta. Os índices de qualidade do solo (IQS apresentaram alta correlação com a erosão hídrica. Entre os sistemas manejados, o Eucalipto com manutenção do resíduo evidenciou valores mais elevados em ambos os índices, ressaltando-se a importância da cobertura vegetal e manutenção da matéria orgânica para conservação do solo e da água em sistemas florestais. Os IQS demonstraram alto coeficiente de correlação inversa com as perdas de solo e água. Em locais com as maiores taxas de erosão hídrica manifestaram também os menores valores de IQI e IQN. Assim, os índices testados permitiram avaliar com eficácia os efeitos dos manejos adotados sobre a qualidade do solo em relação à erosão hídrica.

  17. Agregação e estabilidade de agregados do solo em sistemas agropecuários em Mato Grosso do Sul Soil aggregation and aggregate stability under crop-pasture systems in Mato Grosso do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlio Cesar Salton

    2008-02-01

    Full Text Available Sistemas de manejo do solo, incluindo lavouras em plantio direto, lavouras (soja em rotação com pastagens em plantio direto e pastagens permanentes (Brachiaria sp., foram avaliados quanto à agregação do solo e estabilidade dos agregados. Em três experimentos de longa duração (9 e 11 anos localizados em Mato Grosso do Sul, o solo foi amostrado nas camadas de 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 20 cm, para determinação da estabilidade dos agregados em água e a seco. Foram calculados o diâmetro médio ponderado (DMP e o índice de estabilidade dos agregados (IEA. Em todos os experimentos, nos sistemas com pastagens, seja de forma isolada ou em rotação com lavouras, foi verificado maior volume do solo, constituindo agregados com tamanho superior a 4,76 mm. Os sistemas com pastagens também apresentaram maior DMP e maior IEA em todos os experimentos. O sistema apenas com lavouras apresentou, nos três experimentos, o maior volume de solo com agregados de tamanho entre 0,25 e 2,00 mm. Esses efeitos ocorreram de forma semelhante em todas as profundidades avaliadas. Entre os locais, observou-se o efeito do teor de argila na agregação, sendo maior em Maracaju e menor em Campo Grande. Foi observada estreita relação entre a estabilidade dos agregados e o teor de C no solo. A formação de macroagregados parece estar relacionada à presença de raízes, que são mais abundantes sob pastagem de gramíneas.Soil management systems, with crops under no-tillage (NT, crops (soybean in rotation with pastures under NT and permanent pastures (Brachiaria sp., were evaluated for soil aggregation and aggregate stability. Three long-term experiments (9 and 11 years in the state of Mato Grosso do Sul were sampled in the layers 0-5, 5-10 and 10-20 cm for determination of the aggregate stability in wet and dry sieving. The mean weight diameter (MWD and the aggregate stability index (IAS were calculated. In all experiments, the greatest soil volume was verified in the

  18. Influência de formas de aplicação de boro na qualidade e no rendimento de maçãs (Malus domestica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandra Aparecida de Sá

    2014-06-01

    Full Text Available O boro (B é aplicado na maioria dos pomares brasileiros de maçã, porém sem fundamentação experimental regional. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de formas, doses e épocas de aplicação de B no rendimento e na qualidade de maçãs. O experimento foi instalado em São Joaquim-SC, em 2002, com as cultivares Imperial Gala e Fuji Suprema conduzidas em áreas diferentes, cujas avaliações foram realizadas nas safras de 2009/2010 e 2010/2011. Os tratamentos consistiram em um fatorial envolvendo doses de B aplicadas ao solo, a cada dois anos, e épocas de pulverização na planta, feitas anualmente. Utilizou-se de delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, cujos tratamentos foram arranjados em parcelas subdividas: na parcela principal, foram alocadas as épocas de aplicação foliar de ácido bórico (sem pulverização, 0,3% pulverizado na fase de botão rosado e 0,6% em pós-colheita e nas subparcelas, as doses de bórax no solo (0; 2,5 e 5,0 kg ha-1 de B. A aplicação de B no solo foi mais eficiente do que a pulverização foliar para aumentar o teor de B na polpa, na folha e no solo; no entanto, não afetou nenhum dos atributos relacionados com a qualidade dos frutos, nas duas cultivares. A pulverização com B diminuiu o teor de amido e a acidez titulável, e não afetou o teor de sólidos solúveis e a firmeza da polpa dos frutos. A pulverização na floração diminuiu a germinação de grãos de pólen na cultivar Imperial Gala e a frutificação efetiva na cultivar Fuji Suprema. O rendimento de frutos não foi afetado pela adição de B, independentemente da época, da forma de aplicação ou dose, nas duas cultivares. Assim, não há necessidade de aplicar B nessas cultivares em pomares cultivados em solos com altos teores de matéria orgânica, com o objetivo de incrementar a produção e a qualidade dos frutos.

  19. Uso de biossólidos em povoamento de eucalipto: efeito em atributos químicos do solo, no crescimento e na absorção de nutrientes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. M. S. Vaz

    2002-09-01

    Full Text Available Com o objetivo de avaliar o efeito da aplicação de doses crescentes de biossólido (0, 5, 10, 15, 20 e 40 t ha-1, base seca em atributos químicos do solo, crescimento e absorção de macro e micronutrientes em um povoamento de Eucalyptus grandis, foi instalado um experimento na Estação Experimental de Itatinga da ESALQ/USP, Itatinga (SP. Alguns tratamentos tiveram suplementação de K e P e, como referência, em um dos tratamentos foi aplicada adubação mineral como praticado em empresas florestadoras com alta tecnologia na região.O solo da área foi caracterizado como Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico textura média. Seis meses após a aplicação do biossólido, não foram constatadas alterações do pH e dos teores de P, Mg, Zn, Cu e B no solo. Foi observada elevação dos teores de K, Ca e S no solo, bem como redução das concentrações de Al, Fe e Mn, dependendo da dose de biossólido aplicada. Diferentemente, 13 meses após a aplicação do biossólido, percebeu-se a elevação do pH e dos teores de P, Ca, K e S somente na camada de 0-5 cm. Nas duas épocas de amostragem do solo, a elevação das doses de biossólido ocasionou redução dos teores de MO somente na camada de 0-5 cm. Em compasso com a mineralização da MO no solo, os teores de N e S no tecido foliar elevaram-se com o aumento das doses de biossólido em ambas as épocas de amostragem. A disponibilidade de P assimilável (P-resina elevou-se, consideravelmente, com o tempo de contato do biossólido com o solo, resultando em maior absorção de P e crescimento das plantas. A aplicação de fertilizante fosfatado no sulco ou cova de plantio, conjuntamente com o biossólido, mostrou-se necessária para elevar o crescimento inicial das plantas, assegurando atendimento das elevadas demandas iniciais deste nutriente. A suplementação de K em plantações jovens de eucalipto poderá não ser necessária para doses de biossólido maiores que 10 t ha-1, quando as

  20. Termite activity in relation to natural grassland soil attributes Atividade de térmitas em relação a atributos de solos sob campo nativo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glaciela Kaschuk

    2006-12-01

    Full Text Available Soil-feeding termites transport soil for mound building, and this process can affect soil characteristics. To verify the influence of soil termite activity on soil characteristics, samples were collected from top, bottom and center of termite mounds, and of the adjacent area, to assess chemical and physical properties and mineralogical composition. Four replicates of termite mounds and respective adjacent areas were randomly sampled in Lages, Capão Alto, Painel, São José do Cerrito and Coxilha Rica (State of Santa Catarina, southern Brazil. Results of chemical analyses showed a greater content of K, P, Ca, Mg and organic C in the inner part of termite mounds, accompanied by lower pH in relation to soil of the adjacent area. There were no differences regarding clay mineral composition between termite mounds and adjacent soil, however the proportion of sand and clay differed between them. It is concluded that termites modify soil characteristics due to great volume of soil transported per ascensum for mound construction (varying from 20.9 m³ ha-1 to 136.6 m³ ha-1, in this study which promotes a strong pedo-bio-perturbation and affects nutrient cycling and soil physical properties.Os térmitas (cupins do solo carregam partículas de solo para construção de seus ninhos e desta forma, podem afetar algumas características pedológicas. Este estudo teve como objetivo verificar a influência da atividade de térmitas nas características do solo através de análises das propriedades químicas e físicas e da composição mineralógica de amostras coletadas na base, topo e centro dos ninhos e área de solo adjacente. Quatro cupinzeiros e suas respectivas áreas adjacentes foram aleatoriamente amostrados em Lages, Capão Alto, Painel, São José do Cerrito e Coxilha Rica (Santa Catarina. Os resutados das análises químicas mostraram que o conteúdo de K, P, Ca, Mg e C orgânico no centro dos ninhos foi maior e o pH menor em relação à área de

  1. Mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos Mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    P.A. Monquero

    2008-06-01

    Full Text Available O objetivo deste ensaio foi verificar a mobilidade e persistência de herbicidas aplicados em pré-emergência em diferentes solos e quantidades de palha de cana-de-açúcar. Os herbicidas ametryn + clomazone (1.500 + 1.000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g i.a. ha-1 e diuron + hexazinone (1.170 + 330 g i.a. ha-1 foram aplicados em solo com textura argilosa e média nas seguintes condições: aplicação sobre 10 e 15 t ha-1 de palha com posterior simulação de chuva; simulação de chuva sobre o solo seguida da aplicação dos herbicidas, sendo coberto posteriormente com palha seca (10 t ha-1; aplicação dos herbicidas no solo sem palha; e testemunha. Aos 10, 20, 40 e 60 dias após aplicação dos herbicidas (DAA, foram semeados como bioindicadores sorgo e pepino, que foram avaliados com relação à fitotoxicidade aos 21 dias após emergência. A mistura ametryn + clomazone aplicada diretamente no solo controlou o bioindicador até 40 DAA, entretanto, após esse período, o efeito residual foi menor. A palha de cana-de-açúcar afetou negativamente o desempenho deste produto. O herbicida isoxaflutole aplicado diretamente no solo apresentou efeito residual até 60 DAA, com 82,5 e 77,5% de controle do bioindicador, em solos com textura argilosa e média, respectivamente; a presença de 10 e 15 t ha-1 de palha não alterou sua eficácia até 20 DAA. Para diuron + hexazinone aplicados no solo sem a presença de palha, verificou-se persistência até 60 DAA, principalmente em solo com textura argilosa; a deposição de 15 t ha-1 de palha reduziu a eficácia desta mistura.The objective of this work was to verify the mobility and persistence of herbicides applied in pre-emergence on different soils and amounts of sugarcane straw. The herbicides ametryn + clomazone (1,500 + 1,000 g i.a. ha-1, isoxaflutole (187,5 g.i.a. ha-1 and diuron + hexazinone (1,170 + 330 g i.a. ha-1 were applied in soil with clayey and medium texture under the following

  2. Estoques de Carbono e Nitrogênio e Densidade do Solo em Sistemas de Adubação Orgânica de Café Conilon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Victor Maurício da Silva

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMO A produção de café conilon em sistemas de manejo orgânico tem aumentado no Estado do Espírito Santo. Porém, faltam informações sobre o impacto desse manejo sobre os estoques de carbono e nitrogênio do solo. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da adubação orgânica sobre os estoques de C e N e a densidade do solo (Ds em agrossistema de café conilon. O experimento foi implantado em lavoura localizada no município de Linhares, ES, no delineamento em blocos casualizados com distribuição fatorial 2 × 2 × 5, com três repetições, sendo os fatores: dois compostos orgânicos; presença e ausência da leguminosa feijão-de-porco nas entrelinhas; e cinco proporções de cada composto em substituição à adubação mineral recomendada (0; 25; 50; 75; e 100 %. Cada repetição foi formada por amostragem de solo sob a copa de uma planta em parcela com 30 cafeeiros. Os compostos foram: composto 1, preparado com capim-elefante e palha de café na proporção 1:1 (v:v; e composto 2, preparado com capim-elefante, palha de café e cama de frango na proporção 2:1:1 (v:v:v. As coletas de solo foram realizadas 240 dias após a adubação (240DAPA do 1º ano agrícola e aos 30 dias após a 1ª etapa da adubação (30DAPA do 2º ano agrícola. O uso de composto na adubação do cafeeiro acarretou redução da Ds de aproximadamente 13 %. O incremento das proporções de compostos na adubação aumentou o teor e o estoque de C e N do solo aos 30DAPA do 2º ano agrícola. Houve acréscimos de 11 e 0,4 Mg ha-1 para o estoque de C e N, respectivamente, para cafeeiros adubados com 100 % de composto 1, em relação à adubação mineral. A adubação com composto é alternativa para aumentar os estoques de C e N no agrossistema de conilon.

  3. Soja em sucessão a adubos verdes no sistema de plantio direto e convencional em solo de Cerrado Soybean grown after green manures under no-tillage and conventional management systems in savannah soil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Camillo de Carvalho

    2004-11-01

    Full Text Available A adubação verde é uma prática em que se procura preservar a qualidade do ambiente sem prescindir de produtividades elevadas das culturas e do retorno econômico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho da cultura da soja em sucessão a adubos verdes nos sistemas de plantio direto e de preparo convencional do solo (uma gradagem pesada + duas gradagens leves. O experimento foi realizado num Latossolo Vermelho distrófico, originalmente sob vegetação de Cerrado em Selvíria, MS. Utilizaram-se quatro adubos verdes: mucuna-preta, guandu, crotalária e milheto, e área de pousio (vegetação espontânea. O cultivo de diferentes adubos verdes na primavera não influencia a produtividade da soja em sucessão, tanto em plantio direto quanto no sistema de preparo convencional do solo. Em ano com precipitação normal, o preparo convencional do solo proporciona maior produtividade da soja do que o sistema de plantio direto.The green manures aim to preserve the environment quality without discarding the largest yield of economic crops. The objective of this work was to evaluate the performance of soybean grown after green manures under no-tillage and conventional tillage (one disk harrow + two leveling harrow systems. The experiment was carried out in a Distrophic Red Latossol (typic Hapludox, covered by savannah vegetation, in Selvíria, MS, Brazil. The green manures utilized were: black velvet bean, pigeon pea, sunn hemp, millet and fallow area (spontaneous vegetation. The green manures previously grown in spring do not affect the soybean yield, in both no-tillage and conventional tillage systems. In year without dry periods, the conventional tillage provided greater grain yield.

  4. Comportamento hídrico e crescimento do feijão vigna cultivado em solos salinizados Hydric behaviour and growth of cowpea cultivated in salinized soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José B. M. Coelho

    2013-04-01

    Full Text Available A salinização dos solos reduz a capacidade das plantas de absorver água o que, em geral, provoca diminuição na sua taxa de crescimento. As respostas das plantas ao estresse salino são melhor correlacionadas com o potencial osmótico do que com a condutividade elétrica do extrato de saturação do solo. Com o objetivo de avaliar os efeitos do estresse salino no crescimento, evapotranspiração e potencial osmótico foliar do feijoeiro vigna [Vigna unguiculata L. (Walp.] conduziu-se um experimento em casa de vegetação da Universidade Federal Rural de Pernambuco (Recife, PE, Brasil. Os tratamentos constaram de um arranjo fatorial 2 x 4 composto de duas texturas de solo e quatro níveis de salinidade do solo (4, 8 e 12 dS m-1 a 25 ºC além da testemunha sem a adição de sais com cinco repetições. Concluiu-se que a salinidade do solo causa redução no consumo de água, no potencial osmótico foliar, na altura das plantas, no número de folhas e na biomassa seca da parte aérea do feijoeiro vigna.Soil salinization reduces the capacity of plants to absorb water, and in general causes decrease in plant growth. Plant responses to salt stress are better correlated with osmotic potential compared to electrical conductivity of soil saturation extract. In order to evaluate the effect of salt stress on growth, water use and leaf osmotic potential of cowpea [Vigna unguiculata L. (Walp.], an experiment was carried out in a greenhouse of the Federal Rural University of Pernambuco (Recife-PE, Brazil. The Treatments were in a factorial arrangement of 2 x 4, comprising of two soil textures and four levels of soil salinity (4, 8 and 12 dS m-1 at 25 °C, and the control without salt addition with five replications. It was concluded that soil salinity causes reduction in water consumption, leaf osmotic potential, plant height, number of leaves and dry biomass of shoot of cowpea.

  5. Tolerância da cultura do tomate à salinidade do solo em ambiente protegido Tolerance of tomato crop to salinity of soil in protected ambient

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro R. F. Medeiros

    2012-01-01

    Full Text Available Com o intuito de contribuir com os dados disponíveis na literatura sobre tolerância das culturas à salinidade do solo oriunda de sais fertilizantes, o presente trabalho tem, como objetivo, determinar a tolerância da cultura do tomate a salinidade do solo, a partir de dois manejos de fertirrigação e seis níveis iniciais de salinidade (1,0; 2,0; 3,0; 4,0; 5,0 e 6,0 dS m-1 a partir das variáveis produção e componentes de produção, em ambiente protegido com solo franco-argiloso. O experimento foi realizado no Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP, Piracicaba,SP. O delineamento estatístico foi aleatorizado em blocos, com 4 repetições, concluindo que a produção e os componentes de produção da cultura do tomate foram afetados estatisticamente, tanto pelo tipo de manejo de fertirrigação quanto pelos níveis de salinidade do solo, com redução na tolerância da cultura do tomate, passando a ser classificada sensível à salinidade do solo.In order to contribute to data available in the literature on tolerance of crops to soil salinity derived from fertilizer salts, the present study aims to determine the tolerance of tomato crop to the soil salinity, based on two managements of fertirrigation and six initial levels of salinity (1.0; 2.0; 3.0; 4.0; 5.0 and 6.0 dS m-1 from the variables production and components of production, in a protected environment with sandy-clay soil. The experiment was conducted at the Department of Biosystems Engineering of ESALQ/USP, Piracicaba/SP. The experimental design was in randomized blocks, with 4 repetitions. Concluding that the production and the components of production of tomato crop were significantly affected both by the type of management of fertirrigation and by the levels of soil salinity, with a reduction in the tolerance of tomato crop, being classified as sensitive to soil salinity.

  6. Perdas de solo, nutrientes, matéria orgânica e efeitos microestruturais em Argissolo Vermelho-Amarelo sob chuva simulada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Schaefer Carlos Ernesto Reynaud

    2002-01-01

    Full Text Available Estudo experimental com simulador de chuva foi conduzido em área de Argissolo Vermelho-Amarelo caulinítico, em Viçosa, MG, com intensidade de precipitação de 60 mm h-1 e seis aplicações sucessivas, espaçadas de 12 horas. Caracterizou-se a evolução do selamento superficial e das perdas de nutrientes, solo e matéria orgânica em razão de diferentes porcentagens de cobertura (0, 20, 40, 80 e 100% em cultivo morro abaixo (declividade média de 9,5%, em resposta à energia cinética decorrente da precipitação. As perdas totais de solo foram superiores a 11 t ha-1 nos tratamentos com porcentagem de cobertura entre 0 e 40%, reduzindo-se a pouco mais de 5 t ha-1 com 80% até zero no tratamento 100% coberto com Bidim. As perdas de nutrientes seguiram a ordem Ca>Mg>K>P e foram correlacionadas às perdas de matéria orgânica. O fracionamento de substâncias húmicas revelou a concentração residual de humina e perdas seletivas de formas mais solúveis (ácidos fúlvicos com a enxurrada. A erosão causou heterogeneidade entre a parte superior e inferior das parcelas experimentais. A macroporosidade entre 10 e 20 cm é maior na parte superior da parcela, sugerindo a migração de argila dispersa e entupimento de macroporos nas condições de chuva simulada. Excetuando-se o tratamento com 100% de cobertura, todos os demais evidenciam crosta deposicional. Nos tratamentos com maior exposição houve presença de crosta erosional, ao fim do teste de campo.

  7. Crescimento inicial de ervilha sob diferentes níveis de compactação em dois tipos de solos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. L. Silva

    2015-12-01

    Full Text Available O manejo do solo pode alterar as propriedades físicas do solo, sendo de grande importância para garantir o estabelecimento de plântulas e produtividade. A inovação de implementos e máquinas agrícolas e excesso de tratos culturais durante o manejo são os principais fatores que interferem nestas características. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da compactação de solos com diferentes classes texturais (argilosa e muito argilosa no crescimento inicial de ervilha. O experimento foi montado em casa de vegetação com sementes de ervilha Itapuã 600. Cada tratamento contou com 4 repetições de 50 sementes em diferentes graus de compactação dos solos, com aplicações três cargas sobre os solos que resultaram em: argiloso: controle: 0,21, T1: 0,26, T2: 0,28 e T3: 0,33 MPa, textura muito argilosa: controle: 0,40, T1: 0,42, T2: 0,46 e T3: 0,53 MPa. Foram avaliados a porcentagem de emergência, IVE, VE, comprimento de parte aérea e raiz, massa seca de parte aérea, raiz e massa seca total. Para as duas classes texturais a compactação teve influência sobre a massa seca da parte aérea no solo com textura argilosa e para IVE no solo com textura muito argilosa. Porém, ambos não tiveram relação direta com o nível de compactação.Initial growth of pea under different compaction levels of two types of soilsAbstract: Soil management can alter the physical properties of the soil, being of great importance to ensure adequate levels of crop productivity. The innovation of agricultural implements and machinery and excess cultural practices during handling are the main factors that affect these characteristics. The objective of this study was to evaluate the effect of compaction of soils with different texture classes (clay and heavy clay on the initial growth of pea. The experiment was conducted in a greenhouse at the Department of Fitotecnia at UFV. Itapuã 600 pea seeds were used. Each treatment consisted of 4 replicates of 50 seeds for

  8. Ocupação do solo e ilha de calor noturna em avenidas marginais a um córrego urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciani Maria Vieira Rocha

    Full Text Available Este artigo trata da influência da morfologia urbana na temperatura do ar ao longo das avenidas Alberto Andaló e José Munia, em São José do Rio Preto. Quatro pontos dessas avenidas, ambas situadas ao longo do Córrego Canela, foram selecionados como pontos de coleta de dados de temperatura do ar. Os resultados revelaram que há diferenças de temperaturas entre os pontos. Foram utilizados mapas contendo dados cadastrais e morfológicos, tais como levantamento topográfico, uso e ocupação do solo, configuração das quadras e lotes, altura das edificações e cobertura do solo, obtidos da Prefeitura ou por imagem de satélite e observações de campo. A relação dos dados com as características de uso e ocupação do solo demonstrou uma influência significativa da presença de vegetação e permeabilidade do solo na diminuição da temperatura do ar noturna e, consequentemente, minimização das ilhas de calor. Também se verificou que as áreas com maior ocupação com construções e com maior pavimentação nas ruas e quadras perderam menos calor, levando à formação de ilhas de calor noturnas mais intensas.

  9. Alteração em atributos fisicos de um solo sob pastagem após escarificação Changes in soil physical attributes in pasture after chisel plowing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo José Colet

    2009-04-01

    Full Text Available A compactação do solo pode ser considerada uma das principais causas de degradação de pastagens. Entre várias técnicas de mobilização do solo para rompimento de camadas compactadas, a escarificação apresenta aspectos positivos para um manejo conservacionista. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar as alterações ocorridas na resistência do solo à penetração, porosidade do solo e densidade do solo de um Latossolo Vermelho-Amarelo, sob pastagem mediante sua escarificação. Implementou-se um experimento em uma área de Brachiaria decumbens Stapf. em Nova Odessa (SP, utilizando um escarificador com discos de corte e ponteiras aladas. A resistência do solo à penetração foi avaliada utilizando um penetrógrafo hidráulico eletrônico e a densidade do solo e porosidade do solo, a partir de amostras indeformadas. As camadas de solo identificadas por análise multivariada da resistência do solo à penetração foram alteradas pela escarificação. A escarificação do solo reduziu significativamente os valores de resistência do solo à penetração. A escarificação do solo promoveu maiores alterações nos atributos físicos na profundidade de 0,0-0,1 m, na entrelinha da passagem das hastes do escarificador.Soil compaction is considered one of the main causes of pasture degradation. Several techniques can be applied to reduce compacted soil layers. Chisel plowing is one of the farming expedients that present the most positive aspects regarding the soil conservation management. The aim of this study was to evaluate the changes in soil penetration resistance, soil porosity and bulk density in an oxisol soil of a pasture field after chisel plowing. The experiment was set up in Nova Odessa (SP on a Brachiaria decumbens Stapf. field, using a chisel plow with cutting discs and winged tips. The soil penetration resistance was evaluated with an electronic hydraulic penetrographer, and the porosity and bulk density with undeformed samples

  10. Formation of Soil Science neologisms Formación de neologismos en Ciencia del Suelo Formação de neologismos em Ciência do Solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaume Porta

    2012-07-01

    se ha consolidado con el uso, no tiene en cuenta que en griego el término ????? se refiere al <em>suelo sobre el que se andaem> y no al <em>suelo en el que crecen las plantasem>, expresado por el término ??????. En el presente trabajo, desde una perspectiva etimológica, semántica y de pragmática lingüística, se proponen criterios para la formación de neologismos en español o al establecer equivalencias en español de voces introducidas en inglés. El análisis se basa en voces de autoridad; en elementos etimológicos; en aspectos de ambigüedad fonética y ortográfica; en la revisión de equivalencias entre términos similares en español, inglés y francés; en el ámbito universitario; en la denominación de las sociedades y revistas científicas; y en aspectos de buen gusto idiomático en determinados ámbitos geográficos del español. No existe ninguna intención polémica y el trabajo intenta ser una aportación desde la palmaria aceptación de que pueden existir modalidades muy arraigadas en algunos paises que tienen el español como idioma propio. Modalidades que deberían referirse como denominaciones de un ámbito geográfico concreto, de acuerdo con las especificidades semánticas regionales de la lengua española en América.

    Desde o Congresso de Roma de 1924, noqual a comunidade científica tomou a decisão de passar a usar a expressão <em>Soil Scienceem> em detrimento de <em>Pedologia> ou <em>Edafologia>, nunca se estabeleceram critérios para a criação de neologismos em espanhol relativos ao estudo do solo. Em inglês, os novos termos formaram-se dando prioridade à raíz grega ????? face à raíz ??????. Este critério não teve contudo em consideraçào que em grego o termo ????? se refere ao <em>solo sobre o qual se caminha em>e não ao <em>solo como suporte para crescimento das plantasem>. No presente trabalho, propõem-se critérios para a criação de neologismos em espanhol, numa

  11. Disponibilidade de fosfatos naturais em função do ph do solo Phosphorus availability of Brazilian rock phosphates as influenced by the soil reaction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antônio Carlos Pimentel Wutke

    1962-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de verificar o comportamento de três fosfatos de rocha nacionais, em diferentes condições de acidez do solo, foram conduzidos ensaios de campo e em vasos, utilizando solo classificado como série monatípíca Pinda, do Estação Experimental de Pindamonhangaba. Os adubos fosfatados empregados foram: apatita de Araxá, fosforita de Olinda, apatita do Morro do Serrote (fosfato Alvorada e superfosfato simples. O delineamenta do experimento de campo foi de blocos ao acaso, com 12 tratamentos e 3 repetições. Os tratamentos compreenderam diferentes combinações, em que a apatita de Araxá, a fosforita de Olinda e o superfosfato simples foram comparados entre si, em presença de diferentes doses de calcário e complementados sempre por adubação nitrogenada e potássica em dose única. No ensaio em vasos, instalado em Campinas, foram acrescentados tratamentos com o fosfato Alvorada e outros sem qualquer adubo, os quais não puderam ser incluídos no experimento de campo. A planta-teste utilizada nos dois experimentos foi o milho, híbrido HMD - 6999. Os resultados de campo foram avaliados pela produção de grãos. Os de ensaio em vasos, pelas produções de massa das partes aéreas das plantas, cortadas rente ao solo, e pelos dadas de concentração e extração de CaO, MgO e P2O5, determinados nesse material. Determinações do pH do solo foram feitas no ensaio em vasos, em amostras de todos os tratamentos, antes da semeação. A experiência de campo não permitiu avaliar a influência do pH do sola no aproveitamento dos fosfatos naturais, em virtude de uma provável liberação de fósforo do solo, que teria mascarado os efeitos da acidez. No ensaio conduzido em vasos, porém, verificou-se o efeito do fator acidez, variável com o tipo de adubo fosfatado empregado. A disponibilidade do fósforo do fosfato Alvorada foi deprimida com a elevação do pH do solo, o que se refletiu de maneira marcante na produção de massa das

  12. Medição e mapeamento da condutividade eléctrica aparente do solo em pastagens Mesurement and mapping the apparent soil electrical conductivity in pastures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Manuel Serrano

    2010-12-01

    Full Text Available O objectivo geral deste estudo foi testar uma sonda de indução electromagnética para avaliar a variabilidade do solo e da pastagem num projecto de agricultura de precisão. Esta avaliação é a base para a gestão diferenciada da fertilização, principal ferramenta utilizada pelos agricultores para melhoria das pastagens permanentes em Portugal. O processo tradicional de amostragem e avaliação do solo e da pastagem é muito exigente em tempo, trabalho e reagentes e pode comprometer um projecto de agricultura de precisão. Este artigo descreve as principais etapas seguidas pelos autores para simplificar a metodologia de avaliação baseada na medição da condutividade eléctrica aparente do solo. Os ensaios foram realizados numa parcela com aproximadamente 6 hectares de área, que foi subdividida em quadrículas de 28 m de lado. As amostras de solo e de pastagem e a avaliação da condutividade eléctrica do solo foram georeferenciadas com um GPS-RTK. Os dados geoespaciais foram processados com o software ARCGIS 9.3 seguido de análise de regressão ponderada geograficamente. Os resultados obtidos conduziram a valores significativos dos coeficientes de regressão entre a condutividade eléctrica e a altimetria, o pH do solo e a produtividade da pastagem, em termos de matéria seca.The general objective of this study was to test a non contact electromagnetic induction probe to evaluate the soil and pasture variability in a precision agriculture project. Assessment of the variability of soil and vegetation in a permanent pasture are the basis for management of variable rate fertilization, which is the main instrument used by farmers for improvements in permanent pasture in Portugal. The traditional process of sampling and evaluation of the soil and pastures is very demanding in terms of time, labour and reagents, and can derail a project of precision agriculture. This paper describes the major steps followed by the author to simplify the

  13. Smectite in mangrove soils of the State of São Paulo, Brazil Esmectitas em solos de mangue no Estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdomiro Severino de Souza-Júnior

    2010-02-01

    Full Text Available Smectitic clay minerals are frequently identified in mangrove soils, but there is little information about their types and origins. Besides their importance in the agronomical and geotechnical areas, smectites play an important environmental role by adsorbing nutrients, organic pollutants and heavy metals. Smectites found in mangrove soils can be of marine or continental detrital origin, or of neoformation origin. Thus, the objective of this study was to identify the types of smectites present in the State of São Paulo mangrove soils (Brazil, and to relate them to their possible origins. Soil samples were taken in five mangroves along the State of Sao Paulo State coast line. The mineral composition of the clay fraction was identified by X-ray Diffractometry (XRD applying the Greene-Kelly test and by Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR. Highlighting the peaks in the 3,560 cm-1 band and in the region near 798 and 820 cm-1, there was a predominance of nontronite in the soil at the Sítio Grande River, Pai Matos Island, Caranguejo Island and Itapanhaú River mangroves, and possibly a lower concentration of ferric montmorillonite in the Escuro River mangrove. Since the continental sediments in these environments are very poor in smectite, the origin of these minerals in the mangrove soils studied is related to sedimentation left by past marine transgressions, to neoformation processes, or yet to a combination of both origins.Minerais de argila esmectíticos são freqüentemente identificados em solos de manguezais, mas são escassas as informações sobre os tipos encontrados e suas origens. A despeito da importância para a agronomia e geotecnia, as esmectitas desempenham também importante papel no âmbito ambiental, atuando na adsorção de nutrientes, poluentes orgânicos e metais pesados. Esmectitas em solos de manguezais podem ser de origem detrítica, marinha ou continental, e também de neoformação. Assim, este estudo objetivou

  14. Carbono orgânico e atributos químicos do solo em áreas florestais Organic carbon and soil chemical attributes in forest areas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvaro Luiz Mafra

    2008-04-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar teores de carbono orgânico e atributos químicos do solo em áreas localizadas em Campo Belo do Sul, SC, nos seguintes usos da terra: campo nativo (CN; floresta de pinus (Pinus taeda com 12 anos (P12; floresta de pinus com 20 anos (P20; reflorestamento de araucária (Araucaria angustifolia com 18 anos (A18; e mata nativa de araucária (MN. O solo foi amostrado de forma sistemática, com oito repetições, coletando-se as camadas de 0,0-0,05; 0,05-0,1; 0,1-0,2; e 0,2-0,4 m. Os reflorestamentos com pinus e araucária mantiveram os estoques de C orgânico na camada do solo de 0,0-0,4 m em níveis equivalentes aos de mata e campo, totalizando de 12,5 a 14,2 kg m-2. A acidez do solo e os teores de P disponível foram maiores, na média das camadas analisadas, no tratamento P20. Entre os nutrientes, verificaram-se teores baixos a médios de P disponível e de K, Ca e Mg trocável.The objective of this work was to evaluate organic carbon contents and soil chemical attributes in forest areas in Campo Belo do Sul, Santa Catarina, Brazil, with the following land use: native grassland (NG; 12-year-old loblolly pine (Pinus taeda reforestation (P12; 20-year-old loblolly pine reforestation (P20; 18-year-old araucaria (Araucaria angustifolia reforestation (A18; and native forest with araucaria (NF. The soil samples were systematically collected with eight replicates, in the layers of 0.0-0.05; 0.05-0.1; 0.1-0.2 and 0.2-0.4 m. The pinus and araucaria reforestations showed organic C stocks similar to those in native forest and grassland areas, reaching 12.5 to 14.2 kg m-2 in the layer of 0.0-0.4 m depth. Soil acidity and available P contents were highest, in the mean of the analyzed soil layers, under the P20 treatment. Soil nutrient status ranged from low to medium for available P and exchangeable K, Ca and Mg.

  15. Nitrogen fertilization and soil management of winter common bean crop Manejo do solo e adubação nitrogenada em feijoeiro de inverno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Matheus Gustavo da Silva

    2004-06-01

    Full Text Available The adoption of appropriate cultural management, which includes nitrogen fertilization and soil tillage system, is very important to increase the efficiency of plant in the utilization of available resource. This research work was conducted for three years aiming at evaluating the effect of sidedressing nitrogen application (0, 25, 50, 75, and 100 kg ha-1 on winter bean crop under different systems of soil management (conventional, minimal, and no-tillage systems. The experimental design was a randomized block arranged in strips relative to tillage systems, with random distribution of nitrogen doses into each strip, with four replications. Grain yield was affected by nitrogen rates and significant increases were obtained with the application of 75 to 100 kg N ha-1. Soil management did not affect grain yield, although the "minimum system" provided better results in the two first years.A adoção de manejo cultural adequado, dentro do qual se insere a prática da adubação e do preparo do solo, é importante no sentido de aumentar a eficiência da planta na utilização dos recursos disponíveis. Este trabalho foi desenvolvido durante três anos, objetivando avaliar, no feijoeiro irrigado (Phaseolus vulgaris "de inverno", o efeito da aplicação de doses de nitrogênio em cobertura (0, 25, 50, 75 e 100 kg ha-1, sob diferentes sistemas de preparo de solo (convencional, mínimo e direto. O delineamento estatístico utilizado foi em blocos casualisados dispostos em faixas para os sistemas de preparo do solo, com casualização dentro destes para as doses de nitrogênio, com quatro repetições. Foram avaliados: florescimento pleno, matéria seca de plantas, número de vagens e de grãos por planta, número de grãos por vagem, massa de 100 grãos, ciclo, rendimento de grãos e teor de nitrogênio nas plantas. O rendimento de grãos foi influenciado pelas doses de nitrogênio e incrementos significativos foram obtidos com a aplicação de 75 a 100 kg

  16. DECOMPOSIÇÃO DE RESÍDUOS DE CULTURAS E MINERALIZAÇÃO DE NUTRIENTES EM SOLO COM DIFERENTES TEXTURAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Henrique José Guimarães Moreira Maluf

    2015-12-01

    Full Text Available RESUMO A sustentabilidade dos sistemas conservacionistas de produção agrícola está intimamente ligada ao retorno dos nutrientes ao solo, por meio da decomposição dos resíduos vegetais. O objetivo deste estudo foi avaliar a decomposição de resíduos culturais e a mineralização de nutrientes em solos com diferentes texturas ao longo de 175 dias de incubação. Os tratamentos consistiram em fatorial 6 x 4 x 5, inicialmente composto por seis tratamentos, sendo quatro resíduos culturais: milho, braquiária, feijão, estilosantes e dois controles, ambos sem resíduo e um com adição de fontes inorgânicas dos nutrientes; quatro diferentes texturas formadas a partir de um mesmo solo e cinco tempos de avaliação após o início da incubação: 0, 25, 75, 125 e 175 dias. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Ao longo do experimento, avaliaram-se a liberação de C-CO2, taxa de decomposição e cinética de mineralização do N, P, K, Ca, Mg, S, Zn e Cu dos resíduos. A textura do solo não influenciou a liberação de C-CO2, a massa seca remanescente e a mineralização dos nutrientes dos resíduos culturais. Os resíduos de estilosantes e de braquiária apresentaram maior liberação de C-CO2 e redução de massa seca que os demais resíduos. A mineralização do N, P e S ocorreu de forma inversa às relações C/N, C/P e C/S. A decomposição dos resíduos culturais foi regulada pelos teores de N e extrativos solúveis em água; e a mineralização de macronutrientes, pelos seus respectivos conteúdos iniciais nos resíduos.

  17. Caracterização e classificação de solos graníticos em topossequência na região Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Suélen Corrêa de Medeiros

    2013-07-01

    Full Text Available Na região sul do Brasil, foi verificada a ocorrência de forte gradiente textural em solos localizados em áreas de morros graníticos. O presente estudo teve como objetivo avaliar os processos pedogenéticos envolvidos na formação de solos em topossequência de granito em Porto Alegre (RS. Foram descritos e amostrados morfológica, química, física e mineralogicamente quatro perfis de solos localizados em diferentes segmentos da paisagem. Os perfis de solos do topo, encosta superior e sopé da topossequência apresentaram gradiente textural expressivo, e a relação argila fina:argila total aumentou nos horizontes subsuperficias (Bt, indicando transporte da fração mais fina. O índice de uniformidade inferior a 0,6 sugeriu que os solos não apresentaram indícios de descontinuidade litológica. O índice Ki, a relação Fe2O3d/Fe2O3s e a presença de feldspato e minerais 2:1 e 2:1:1, constatadas pela difração de raios-x indicaram grau de intemperismo intermediário. A difração por raios x também mostrou aumento do argilomineral caulinita em profundidade. Na encosta inferior, o perfil de solo não apresentou horizonte B pedogenético. Os resultados são indicativos da ocorrência da lessivagem como o principal processo pedogenético atuante, apesar das características indicativas de estádio de intemperismo pouco avançado.

  18. Separação dos isótopos estáveis de boro, por troca iônica em sistema cascata, e obtenção de H310BO3 enriquecido em 10B

    OpenAIRE

    Ana Carolina Ribeiro Granja

    2013-01-01

    O método cromatográfico de troca iônica, em colunas de resina foi empregado no estudo do enriquecimento isotópico de 10B e H3 10BO3. Em dois sistemas cromatográficos de colunas (S1: seis colunas de acrílico de 1800 mm de comprimento e 70 mm de diâmetro interno; S2: seis colunas de acrílico de 1800 mm de comprimento e 30 mm de diâmetro interno) foi estudado a separação do isótopo 10B, no equilíbrio envolvendo ácido bórico em solução aquosa e íons borato adsorvidos em resina aniônica do tipo am...

  19. Relações solo-paisagem em uma topossequência sobre substrato granítico em Santo Antônio do Matupi, Manicoré (AM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Milton César Costa Campos

    2011-02-01

    Full Text Available Considerando as dimensões da região amazônica e a necessidade de estudos que estabeleçam conexões entre os solos e a expressão da paisagem, o objetivo deste trabalho foi estudar as relações solo-paisagem em uma topossequência sobre substrato granítico em Santo Antônio do Matupi, Manicoré, AM. Foi estabelecido um caminhamento de 3.000 m a partir do "espigão" da vertente, no seu sentido mais suave, com identificação dos segmentos da vertente com base na "quebra" do declive do terreno. Foram abertas trincheiras nos segmentos de vertente mapeados, e perfis foram caracterizados morfologicamente, coletando-se amostras de seus horizontes. Foram realizadas análises físicas (textura, ADA e GF, Ds e Dp, Pt e CHSS, químicas (pH em água e KCl, Ca, Mg, K, Na e Al trocáveis, P disponível, H + Al e C orgânico; SiO2, Al2O3 e Fe2O3 (método do H2SO4 e óxidos de Fe "livres" extraído com ditionito-citrato-bicarbonato e o Fe mal cristalizado extraído com oxalato de amônio e mineralógicas (frações areia, silte e argila, usando difratometria de raios X. As variações do relevo favoreceram a presença de solos distróficos nos topos e solos eutróficos no sopé de transporte. As variáveis ΔpH, relação silte/argila, V % e relação Fed/Fet indicaram a presença de solos mais intemperizados nas áreas de topo da paisagem e solos com menor grau de evolução na encosta e no sopé de transporte. A composição mineralógica da fração argila mostrou-se relativamente homogênea, com predominância de caulinita e gibbsita e menor proporção de mica e quartzo.

  20. COMPOSIÇÃO E DIVERSIDADE FLORÍSTICA DE BANCO DE SEMENTES EM SOLO DE ÁREA DE CAATINGA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jordania Xavier Medeiros

    2016-01-01

    Full Text Available O estudo avaliou a composição e riqueza florística do banco de sementes em área de caatinga. Foram arranjadas sistematicamente 35 parcelas 10 x 10 m e coletadas, aleatoriamente, amostras de solo. Cada amostra foi homogeneizada e colocada para germinar em dois ambientes: pleno sol e sombra a 50%. Foram encontrados 237 indivíduos, pertencentes a 13 famílias botânicas, 22 gêneros e 26 espécies. A densidade total do banco de sementes foi de 43 sementes/m2. O tratamento sombra apresentou densidade de 33,2 sem/m2, com maior diversidade de indivíduos. Já o tratamento a pleno sol, obteve densidade de 9,28 sem/m2. O ambiente sob sombrite proporcionou maior germinação e sobrevivência inicial de plântulas.

  1. Ações evolutivas em edifícios de paredes de concreto e de alvenaria, considerando a interação com o solo

    OpenAIRE

    Paulo Vitor Souza Santos

    2016-01-01

    Neste trabalho são realizadas análises estruturais de edifícios de paredes de concreto moldadas no local e de alvenaria estrutural considerando a interação solo-estrutura e a sequência construtiva. Com solução de fundação em estacas pré-moldadas, cada edifício piloto com 45 metros de altura, formado por 15 pavimentos de parede com pé-direito de 2,80m, apoiado sobre um pilotis de concreto armado de 3 metros de altura é modelado com base em 4 metodologias de análise: (i) O AI_AF, modelo clássic...

  2. APLICAÇÃO FOLIAR DE CÁLCIO E BORO E COMPONENTES DE RENDIMENTO E QUALIDADE DE SEMENTES DE SOJA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bevilaqua Gilberto Antonio Peripolli

    2002-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de cálcio (Ca e boro (B, aplicados em pulverização foliar, nas fases vegetativa e reprodutiva da cultura de soja (Glycine max L. Merril, cvs. FT Cometa e BR 16, nos componentes de rendimento e na qualidade fisiológica de sementes. O trabalho foi conduzido em casa-de-vegetação. O solo usado foi um Planossolo, com as seguintes caracteristicas físico-químicas: K: 1,67 mmoc dm-3, P: 3,5mg dm-3, matéria orgânica: 16,6g dm-3; teores de Ca+Mg: 18mmoc dm-3 de solo, pH: 4,7 e argila: 11%. As unidades experimentais foram bandejas com capacidade para 20kg de solo, mantidas com umidade próxima da capacidade de campo (20%, durante o experimento. Os tratamentos consistiram da aplicação da solução em quatro épocas: pré-floração, floração, pós-floração, pré-colheita, e com uma testemunha não tratada. A solução foi preparada com cloreto de cálcio (0,5% de Ca e borato de sódio (0,25% de B, corrigido para pH 7,0, usando-se volume de calda de 100 ha-1 Os componentes de rendimento avaliados foram: número de vagens e peso de grãos /planta e número de grãos/vagem. As sementes foram avaliadas através de emergência no campo, velocidade de emergência e peso da matéria seca de plântulas. Com base nos resultados, conclui-se que: a a aplicação de Ca e B aumentou o peso de grãos por planta; b Ca e B não afetaram a qualidade fisiológica de sementes; c as maiores respostas de Ca e B nos componentes de rendimento foram verificadas nas fases de floração e pós-floração.

  3. Estoques de carbono no solo e na biomassa em plantações de eucalipto Carbon storage in the soil and in the biomass of eucalypt plantations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alcides Gatto

    2010-08-01

    Full Text Available O eucalipto é a principal espécie florestal plantada no Brasil. Todavia, são escassas informações acerca do C estocado no solo e na biomassa desses plantios. Este trabalho teve como objetivos avaliar o estoque de C no solo (ECS em plantações de eucalipto e determinar quais características edafoclimáticas determinam esse estoque. O estudo foi conduzido em eucalipto cultivado na região centro-leste do Estado de Minas Gerais, abrangendo cinco regiões: Cocais (CO, Rio Doce (RD, Sabinópolis (SA, Santa Bárbara (SB e Virginópolis (VI. Foi calculado o estoque de C no solo até 100 cm de profundidade em plantações de eucalipto em áreas com predomínio de seis classes de solo: Cambissolo Háplico (CX, Latossolo Amarelo (LA, Latossolo Vermelho (LV, Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA, Neossolo Flúvico (RU e Plintossolo Pétrico (FF. Os estoques de C no solo variaram entre regiões e classes de solo. O maior ECS ocorreu no LV, com 183,07 t ha-1 de C, seguido pelas classes de CX, LVA, LA, FF e RU, com 135,65, 130,95, 121,58, 112,01 e 95,08 t ha-1 de C, respectivamente. Em relação ao estoque médio de C no solo por região, considerando todas as classes de solo, o maior ECS foi de 141,22 t ha-1; determinado na região de VI, na profundidade até 100 cm de profundidade, seguida pelas regiões SA, CO, SB e RD, com 135,54, 127,26, 112,89 e 80,79 t ha-1 de C, respectivamente. Ao se considerar o estoque de C total no sistema solo-planta, aos 84 meses de idade, a região de SA foi a que apresentou maior estoque, com 251,61 t ha-1; e a região de RD, o menor estoque, com 186,84 t ha-1 de C. O ECS pode ser estimado por equações compostas por características edofoclimáticas, sendo a variação em ECS explicada por características como teor de argila e de Al3+; pela altitude e pelo déficit hídrico da região.Eucalypt is the main commercial forest species in Brazil, but very little information is available in the literature on the amount of carbon

  4. Chemical and biological quality of the soil in different systems of use in the savanna environment = Qualidade química e biológica do solo em diferentes sistemas de uso em ambiente de savana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdinar Ferreira Melo

    2017-06-01

    Full Text Available Environmental concern has led the agricultural community to search soil management systems aimed at maintaining or improving the quality of agricultural soils. The objective of this study was to evaluate soil quality (QS, by means of chemical and microbiological attributes under different use systems, natural savannah, planting sugarcane, forestation with sabiá, intercropping manioc + corn + beans cowpea (MCB and coconut planting. The study was developed in the Campus Cauamé UFRR. In each area were opened four mini-trench and soil samples collected at depths from 0.0 to 0.05 m, 0.05 to 0.10 m, 0.10 to 0.20 me from 0.20 to 0.40 m. The samples were subjected to chemical analysis, soil organic matter (SOM and microbiological. Noting that forms land use provide improved soil fertility and of the content of MOS, when compared with the natural conditions of savannas, these being more Evident in the layers of 0.00 -0.05 and 0.05 - 0.10 m, with emphasis on cultivation in an MMF consortium. The CA and MMF management systems were efficient the use of MOS, and could be used as form of MO increase in savanna soils in Roraima. The MMF, CA and FS systems presented Increased C-BMS, with greater evidence in the first layers (0.0-0.05 and 0.05-0.10 m. As forms of proportional land use, to some extent, improved soil fertility and MOS Compared with the natural conditions of the savanna hnoting that land use forms provide improved soil fertility and of the content of MOS, when compared with the natural conditions of savannas. = A preocupação ambiental tem levado a comunidade agrícola a buscar manejos que visam a manutenção ou melhoria da qualidade dos solos agrícolas. Objetivou-se com este trabalho avaliar a qualidade do solo (QS, por meio de atributos químicos e microbiológicos, submetido a diferentes sistemas de uso, sendo: pomar de coqueiros (CO, cultivo de cana-de-açúcar (CA, cultivo em consórcio de mandioca, milho e feijão-caupi (MMF

  5. Resistência hidráulica da crosta formada em solos submetidos a chuvas simuladas Crust hydraulic resistance in soils under simulated rain

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Viviane dos Santos Brandão

    2006-02-01

    Full Text Available Para avaliar a redução da taxa de infiltração em solos sujeitos ao encrostamento decorrente da aplicação de chuvas simuladas, foi realizado um experimento em esquema fatorial 5 x 6, sendo cinco solos (Argissolo Vermelho, Argissolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Vermelho-Amarelo, Neossolo Flúvico e Neossolo Quartzarênico e seis energias cinéticas de chuva (0, 525, 1051, 2102, 3153 e 4204 J m-2, com três repetições. A partir dos dados de taxa de infiltração da água no solo e da espessura da crosta, determinadas por micromorfometria, calcularam-se a condutividade e a resistência hidráulica da crosta. Todos os solos apresentaram redução da taxa de infiltração, quando a energia cinética de chuva simulada aplicada aumentou. A resistência hidráulica da crosta aumentou com a energia cinética (especialmente para os solos Argissolos Vermelho-Amarelos e Vermelho até atingir um valor máximo, a partir do qual ocorreu diminuição, atribuída ao desgaste erosivo da crosta provocado pelo aumento do escoamento superficial, associado aos maiores valores de energia cinética da chuva simulada. Por meio de análise de regressão múltipla, foram determinadas a relação da resistência hidráulica da crosta com a energia cinética da chuva e as características químicas e físicas de cada solo. A variável resistência hidráulica da crosta mostrou-se adequada a ser utilizada nos modelos infiltração da água no solo para descrever a influência do encrostamento neste processo.To evaluate the decrease in infiltration rate in crusting soils an experiment was carried out using a rainfall simulator. Treatments were distributed in a factorial schedule 5 x 6, using five soils (Red Ultisol, Red-Yellow Ultisol, Red-Yellow Oxisol, Fluvic Entisol and Arenic Entisol and six rainfall kinetic energies (0, 525, 1051, 2102, 3153, and 4204 J m-2 with three replications. According to the water infiltration rate and crust thickness, as determined by

  6. Atividade microbiana do solo em sistemas agroflorestais, monoculturas, mata natural e área desmatada Soil microbial activity in agroforest, monocultures, natural forest and deforested area systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Lourenço de Assis Júnior

    2003-02-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido na Unidade Agroflorestal da Companhia Mineira de Metais (CMM, em Vazante, Estado de Minas Gerais, com o objetivo de estudar a atividade microbiana em diferentes ecossistemas, como sistemas agroflorestais (SAFs, monoculturas, área desmatada e mata natural, utilizando os métodos da respirometria no laboratório e da medida não-instantânea da taxa de evolução de CO2 no campo. A atividade biológica apresentou valores acumulados das taxas de respiração do solo, aos 20 dias, de 3,56 a 6,03 meq C-CO2/100 g de solo no laboratório e de 165,16 a 559,37 mg CO2/m-2.h no campo, na área desmatada e na mata nativa, respectivamente. Em ambos os ensaios, a atividade foi maior na mata nativa e nas pastagens, tanto em monocultivo quanto em SAFs. A atividade microbiana foi maior em SAF com arroz e eucalipto do que em arroz em monocultivo, pelo método no campo.This research was developed in the Agroforestry Unit of the "Companhia Mineira de Metais (CMM", Vazante, Minas Gerais, Brazil, to study microbial activity in different ecosystems such as agroforests, monocultures, deforested areas and native forests using the method of respirometry under laboratory conditions and CO2 evaluation rate evolution under field conditions. Biological activity showed accumulated values of respiration rates at 20 days of 3.56 to 6.03 meq C-CO2/100 g of soil in the laboratory, and 165.16 to 559.37 mg CO2/m-2.h in the field, in deforested area and native forest, respectively. Activity was higher in native forest and pasture than in monoculture or agroforestry, in both experiments. Microbial activity was higher in agroforestry with rice and eucalypt than with rice in monoculture, under field conditions.

  7. Substâncias fenólicas, flavonoides e capacidade antioxidante em erveiras sob diferentes coberturas do solo e sombreamentos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T.S. FERRERA

    Full Text Available RESUMO Objetivou neste trabalho analisar a concentração de polifenóis totais, flavonoides e capacidade antioxidantes por meio dos métodos ABTS e FRAP, em erveiras jovens cultivadas em solo coberto e com sombreamento. Mudas de erva-mate foram submetidas aos tratamentos com solos cobertos e desnudos em sombreamentos de 0, 18, 35 e 50%, após sete e onze meses de cultivo, verão e outono, respectivamente. Foram coletadas folhas maduras para realização dos extratos utilizados para as análises de compostos fenólicos por meio da reação de oxirredução com reagente de Folin-Ciocalteu, flavonoides por método colorimétrico e capacidade antioxidante por frente ao radical ABTS e poder de redução do ferro (FRAP. O teor de compostos fenólicos foi maior nos tratamentos com 35% de sombreamento em comparação ao grupo dos flavonoides e capacidade antioxidante, o que foi demonstrado pela correlação do sombreamento com estes parametros. No método FRAP a maior correlação demonstra que o outono é a melhor época de colheita por apresentar maior concentração de compostos fitoquímicos. Ficou evidente a influência positiva dos sombreamentos (35 e 50% no teor de compostos fenólicos e flavonoides relacionados à capacidade antioxidante e à qualidade da erva-mate para atender ao mercado consumidor.

  8. Cinética da dissolução redutiva da goethita e hematita em solos poligenéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Inda Junior Alberto Vasconcellos

    2005-01-01

    Full Text Available A cinética da dissolução redutiva da goethita e da hematita em solos poligenéticos foi avaliada por dois modelos matemáticos. O modelo Kabai descreveu a dissolução em um único segmento linear, não discriminando fases de um mesmo óxido ou de diferentes óxidos em cada amostra. A análise comparativa da estabilidade de cristais por este modelo somente pode ser realizada entre amostras distintas. O modelo Avrami-Erofejev descreveu a dissolução em mais de um segmento linear na maioria das amostras. Este modelo discriminou fases de um mesmo óxido e ofereceu condições para classificar o grau de estabilidade destes minerais dentro de cada amostra. Os modelos indicaram menor estabilidade da hematita em relação à goethita frente à dissolução redutiva, principalmente quando a última combinou baixa substituição por Al3+ e alta área superficial específica. A influência destes parâmetros mineralógicos na estabilidade dos cristais à dissolução redutiva mostrou ser dependente da abordagem matemática utilizada para determinar a cinética dissolutiva.

  9. Soil quality in areas of inceptisol with different grassland managementQualidade de solo em áreas de cambissolo com diferentes manejos de pastagem

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Tavares Filho

    2012-02-01

    porosidade do solo. De acordo com os resultados obtidos concluiu-se que os valores de densidade do solo, matéria orgânica, capacidade de troca de cátions e macro porosidade não diferiram na camada de solo analisada (0 – 20 cm nos dois manejos estudados. Os polígonos formados no gráfico radial, comparando a área referência com os dois manejos estudados, são de magnitude e formato diferentes ao formado pelos valores de referência, indicando que o manejo sem queimadas anuais deve ser melhorado em relação à densidade do solo; já o manejo com queimadas anuais deve ser melhorado em relação à densidade, matéria orgânica, capacidade de troca de cátions e macroporosidade do solo.

  10. Influência das frações de areia na retenção e disponibilidade de água em solos das formações Caiuá e Paranavaí

    OpenAIRE

    Fidalski,Jonez; Tormena,Cássio Antonio; Alves,Sérgio José; Auler,Pedro Antonio Martins

    2013-01-01

    Tem sido verificado que a adoção das técnicas de uso e manejo para solos derivados do arenito Caiuá no noroeste do Paraná nem sempre corresponde às expectativas de produção das culturas. Nessa região ocorrem duas Formações desse arenito: a Caiuá e a Paranavaí, com diferenças na granulometria dos solos. A hipótese é de que os solos da Formação Caiuá tenham menor retenção e disponibilidade de água para a produção agrícola, em razão da maior proporção da fração de areia grossa do que solos da Fo...

  11. Perda de solo, água, carbono orgânico e nutriente por erosão hídrica em diferentes cultivos e savana natural no norte da Amazônia

    OpenAIRE

    Fernando Gomes de Souza

    2014-01-01

    A erosão hídrica é uma das principais causas da degradação das terras no Brasil e no Mundo, causando sérios danos nas propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, além de favorecer a redução da capacidade de infiltração de água no solo, e afetar diretamente a produtividade agrícola. Neste contexto, objetivou-se neste trabalho determinar as perdas de solo, água, nutrientes (Ca2+, Mg2+, K+ e P) e caborno orgânico em diferentes culturas, solo descoberto e savana natural, sob chuva natura...

  12. Estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo em área irrigada por pivô central

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. C. A. Gonçalves

    1999-03-01

    Full Text Available A heterogeneidade do solo faz com que o armazenamento de água seja variável, sendo necessária uma amostragem intensa, para caracterizar a sua distribuição espacial em uma área irrigada. Para fins de manejo da irrigação, é importante o monitoramento da umidade do solo durante o processo de secagem entre duas irrigações sucessivas. O presente trabalho tem por objetivos avaliar a estabilidade temporal da distribuição espacial da umidade do solo, a correlação da umidade com conteúdo de argila e avaliar se há estrutura de dependência espacial dessas variáveis. Quanto mais estável for a distribuição espacial da umidade e mais estreita a correlação com a textura, menos intensas poderão ser as amostragens para fins de controle das irrigações. Em área irrigada por pivô central, no campus da ESALQ/USP, de solo Podzólico Vermelho-Escuro, a umidade foi medida em pontos espaçados de 2,83 m ao longo de uma transeção radial, nas profundidades de 0,15 e 0,30 m, por meio de uma sonda de nêutrons. O conteúdo de argila e a densidade global foram também medidos. As medidas foram feitas durante um período de secagem do solo. A estabilidade temporal das distribuições espaciais foi avaliada por meio do coeficiente de correlação e da técnica de diferenças relativas. Foi constatada a persistência no tempo das distribuições de umidade, sendo possível identificar pontos de amostragem cujos valores permitem estimar a média geral da umidade na área, a qualquer momento. A dependência espacial da umidade foi avaliada por meio de semivariogramas, os quais mostraram que mais de 50% da variação dos dados pode ser atribuída à variação estruturada no espaço, cujo padrão se mantém estável no tempo e varia com a profundidade. Na camada inferior, a correlação espacial entre umidade e conteúdo de argila é descrita por semivariograma cruzado com efeito pepita nulo. A estrutura de dependência espacial pode ser usada no

  13. CARBONO ORGÂNICO TOTAL E AGREGAÇÃO DO SOLO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO AGROECOLÓGICO E CONVENCIONAL DE CEBOLA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arcângelo Loss

    2015-08-01

    Full Text Available Decorrente dos sistemas de manejo empregados no solo, como o sistema de preparo convencional (SPC versus o sistema de plantio direto de hortaliças (SPDH, modificações nos atributos edáficos ocorrem; por exemplo, nos índices de agregação do solo e seu teor de carbono orgânico total (COT. Objetivaram-se quantificar os teores de COT e avaliar os índices de agregação do solo e a distribuição dos agregados por classes de diâmetro sob cultivo de cebola em SPDH e SPC, comparados a uma área de mata adjacente em Ituporanga, SC. Os tratamentos constituíram-se da semeadura de plantas de cobertura, solteiras e consorciadas, em SPDH: vegetação espontânea (VE; 100 % aveia; 100 % centeio; 100 % nabo-forrageiro; consórcio de nabo-forrageiro (14 % e centeio (86 %; e consórcio de nabo-forrageiro (14 % e aveia (86 %. Adicionalmente, foram avaliadas uma área de cultivo de cebola em SPC por ±37 anos e uma área de mata (floresta secundária; ±30 anos, ambas adjacentes ao experimento. Em setembro de 2013, cinco anos após a implantação dos tratamentos com plantas de cobertura, foram coletadas amostras indeformadas do solo nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm e separados os agregados para avaliar a estabilidade via úmida. Nos agregados, foi quantificado o COT; após a separação em classes de diâmetro (8,00 mm>Ø≥0,105 mm, calcularam-se o diâmetro médio ponderado (DMP e o geométrico (DMG dos agregados; a distribuição deles em macroagregados (Ø≥2,0 mm, mesoagregados (2,0>Ø≥0,25 mm e microagregados (Ø<0,25 mm; e o seu índice de sensibilidade (IS. Os dados foram submetidos à análise de variância e de componentes principais (ACP. Os maiores teores de COT foram encontrados na área de mata (52,83; 37,77; e 26,70 g kg-1, respectivamente para 0-5, 5-10 e 10-20 cm; e os menores, no SPC (18,23 g kg-1, 0-5 cm. Os tratamentos com plantas de cobertura, solteiras ou consorciadas, não apresentaram diferenças entre si (p≤0,05 para o

  14. Variações nos teores de carbono orgânico em função do desmatamento e revegetação natural do solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidinei Leandro Klöckner Stürmer

    2011-06-01

    Full Text Available A flutuação no conteúdo de matéria orgânica do solo é severamente afetada pelo uso e manejo do solo. Em solos física e quimicamente frágeis a destruição da vegetação nativa pode levar a diminuição drástica do estoque de carbono. No entanto, solos jovens que apresentam alta resiliência, quando manejados adequadamente, podem recuperar facilmente os valores originais de carbono. O objetivo deste trabalho foi quantificar os teores de carbono orgânico de um Neossolo e um Chernossolo em decorrência de seu uso, em especial após o desmatamento e revegetação natural. Coletaram-se amostras de duas camadas (0-5 e 5-15 cm em dois solos (Neossolo e Chernossolo ocorrentes numa pequena bacia hidrográfica com relevo fortemente ondulado, com quatro condições de uso (mata nativa, lavoura nova, lavoura velha e revegetação com capoeira. Avaliaram-se a distribuição granulométrica, a densidade do solo e os teores de carbono orgânico. Os dados foram submetidos à análise estatística considerando um delineamento inteiramente casualizado, num esquema trifatorial (tipos de solos, tipos de usos e camadas amostradas. O estoque de carbono do solo diminuiu após o desmatamento para a inastalação de culturas anuais com baixa adição de resíduos e revolvimento intenso do solo. A revegetação natural das áreas degradadas pelo cultivo convencional recuperou rapidamente o estoque de carbono dos solos, mesmo permanecendo as impressões herdadas da erosão (menor teor de argila e da aplicação de fertilizantes e corretivos (menor acidez potencial e maior disponibilidade de fósforo e potássio.

  15. Heavy metals extractability in a soil amended with sewage sludge Extractabilidade de metais pesados em um solo tratado com lodo de esgoto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giuliano Marchi

    2009-10-01

    Full Text Available Few investigations have been carried out about the comparison of desorption rate and amount of heavy metals extracted successively by organic acid mixtures mimicking the rhizosphere and routine extractants in sewage sludge-amended soils. Extractions of Zn, Cd, Ni, Cr, and Cu were performed in samples of a sewage sludge-amended soil using seven extractants: four organic acid mixtures and three routine extractants (DTPA, Mehlich-I, and ammonium acetate. Results from single pass extractions, in which the extractable metal contents were determined by simply extracting the soil a single time, as well as from 15 successive extractions, in which the solid residues of the first extraction was successively extracted 14 additional times, of heavy metals were analyzed. The extractability of heavy metals in a single pass extraction was, in general, as follows: Mehlich-I > DTPA > organic acids > NH4OAc. The highest rates of extraction followed the general order: DTPA > Mehlich-I > organic acids > NH4OAc. While Mehlich-I presented the highest extractability of heavy metals among studied extractants, DTPA showed a high extractability of Zn, Cd, Ni, and Cu in a single extraction as well as the highest rates of extraction among the studied extractants. The transfer of heavy metals from soil to organic acid solutions is slower than to DTPA and Mehlich-I extractants.Poucos trabalhos têm sido realizados sobre a comparação da taxa de dessorção e da quantidade de metais extraídos sucessivamente por misturas de ácidos orgânicos que imitam a composição da rizosfera e por extratores usados na rotina em amostras de solo tratado com lodo de esgoto. Extrações de Zn, Cd, Ni, Cr e Cu foram realizadas em amostras de um solo de carga variável tratado com lodo de esgoto usando-se sete extratores: quatro misturas com ácidos orgânicos e três extratores usados na rotina (DTPA, Mehlich-I e acetato de amônio. Os resultados para uma única extração, em que o conte

  16. Aplicação da Equação Universal de Perda do Solo (USLE em Softwares Livres e Gratuitos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Fernandes Barbosa

    2015-01-01

    Full Text Available A erosão é uma das formas mais prejudiciais de degradação do solo. Além de reduzir o potencial produtivo das culturas, pode causar sérios danos ambientais, como poluição dos meios híbridos, com a consequente alteração dos ecossistemas aquáticos e assoreamento dos cursos de água. A Equação Universal de Perda do Solo (USLE, que permite estimar a erosão, sob variadas condições de uso e cobertura do solo, declividade, comprimento de rampa, tipos de solo e chuva, por meio da elaboração de mapas temáticos, representa importante instrumento de investigação sobre o processo erosivo e permite a compartimentação da paisagem em níveis de instabilidade. Quando aplicada por meio de softwares livres e gratuitos, e com uso de imagens também gratuitas, reduz consideravelmente os gastos durante a execução do estudo. O presente estudo objetiva realizar o mapeamento e análise qualitativa da susceptibilidade erosiva do Município de Paraíso das Águas – MS no ano de 2013, aplicando-se o modelo matemático da USLE, com o auxílio dos softwares QGIS, gvSIG e LS-TOOLS. O município obteve perdas médias anuais de solo variando de 0 a 1307,32 ton/ha.ano. Maior parte do território, 91,94%, é classificada com erosão nula a moderada por possuir taxa erosiva menor que 15 ton/ha.ano. Verificou-se que a dinâmica erosiva sofre influência principalmente das características do relevo demonstradas através do fator topográfico (LS.

  17. Efeito do cultivo da soja na dinâmica da população bacteriana, em solos de cerrado Effects of soybean cultivation on the bacterial population dynamics in cerrado soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO CARLOS PEREIRA

    2000-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência do cultivo da soja sobre a dinâmica da população bacteriana, em dois solos de Cerrado do Estado de São Paulo, originalmente cobertos com Paspalum notatum (em Barretos e Brachiaria decumbens (em S��o Carlos. Nesses solos, a densidade da população de bactérias em geral variou de 398,1 x 10³ a 467,7 x 10³ e de 123 x 10³ a 218,8 x 10³ ufc (unidades formadoras de colônias/g de solo seco, respectivamente. O cultivo da soja, em ambos os solos, resultou em incrementos variados nos números de ufc/g de solo seco da população de bactérias em geral, das resistentes aos antibióticos estreptomicina e cloranfenicol, e de actinomicetos. A população de actinomicetos ocorreu no solo principalmente como esporos, e as variações das relações esporos/hifas entre os solos não-rizosférico e rizosférico não foram significativas. Os resultados evidenciam que o cultivo da soja influenciou de forma diferenciada a população desses solos.The effect of soybean cultivation on the population dynamics of the bacterial community was evaluated in two "Cerrado" soils of São Paulo State, Brazil. The experimental areas, in the vicinities of the cities of São Carlos and Barretos, were previously cultivated, respectively, with Paspalum notatum and Brachiaria decumbens. The bacterial population densities in these soils varied from 398.1 x 10³ to 467.7 x 10³ cfu (colony forming units and from 123 x 10³ to 218.8 x 10³ cfu/g of dried soil, respectively, in São Carlos and Barretos soils. Soybean cultivation in both soils resulted in increments in the total bacterial population density, in the actinomycetes population, and in the bacterial population resistant to the antibiotics streptomycin and chloramphenicol. Actinomycetes were present in these soils mainly as spores. Soybean cultivation did not alter the actinomycetes spores/hyphae ratio when comparing rhizospheric and non-rhizospheric soils

  18. Análise do crescimento de mudas de jatobá (Hymenaea courbaril L. em diferentes níveis de água no solo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo Henrique Costa do Nascimento

    2011-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi analisar o crescimento de mudas de jatobá (Hymenaea courbaril L. sob déficit hídrico. As plantas foram cultivadas em vasos contendo 8 kg de solo oriundo do local de coleta das sementes. Foram utilizados blocos casualizados como delineamento experimental, com quatro tratamentos hídricos (100%, 75%, 50% e 25% da capacidade de pote e seis repetições. Semanalmente foram avaliados a altura das plantas, o número de folhas e o diâmetro do caule. No final do período experimental, foram determinados a área foliar, a razão de área foliar e a área foliar específica, a produção de matéria seca das folhas, do caule, das raízes e total, e a alocação de biomassa para as folhas, o caule e as raízes. Verificou-se que o déficit hídrico afetou o crescimento das plantas quanto à altura, ao diâmetro do caule e à produção de matéria seca para os diversos órgãos, quando cultivadas em níveis a partir de 50% da CP. O número de folhas reduziu-se em todos os níveis de estresse, quando comparados com o tratamento 100% da CP. O padrão de alocação de biomassa, a relação raiz/parte aérea, razão de área foliar e área foliar específica, mas, não foram afetados pelo estresse. O número de folhas foi a variável mais sensível ao estresse. Mudas de jatobá não paralisaram o seu crescimento quando cultivadas com baixa disponibilidade de água no solo, na fase inicial do desenvolvimento. No entanto, seu crescimento foi severamente afetado em níveis de água abaixo de 50% da capacidade de retenção de água no solo.

  19. O teste de frio sem solo em sementes de abóbora The modified cold germination test in squash seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Derblai Casaroli

    2006-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo determinar o período de exposição à baixa temperatura no teste de frio sem solo, para avaliação de diferentes potenciais fisiológicos em lotes de sementes de abóbora. Foram avaliados seis lotes de sementes de abóbora cultivar "Menina Brasileira" (Cucurbita moschata Duch. produzidas na safra 2003/2004. As sementes foram submetidas a diferentes períodos (três, cinco, sete e nove dias de exposição à baixa temperatura para condução do teste de frio sem solo, a uma temperatura constante de 10°C. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em que os tratamentos constituíram um fatorial 6x4 (seis lotes e quatro períodos de exposição, com quatro repetições de 50 sementes. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey em nível de 5% de probabilidade de erro. Realizou-se também o teste de correlação simples de Pearson .Os resultados permitiram concluir que o período de três dias de exposição à baixa temperatura foi o mais indicado para a condução do teste de frio sem solo em sementes de abóbora.This research was aimed at determining the exposition period at low temperature in the modified cold germination test, to evaluate physiological potential of squash seed lots. Six seed lots of squash, variety Menina Brasileira (Cucurbita moschata Duch., produced in 2003/2004, were submitted at different exposition times for the development of the cold test. The modified cold gernation test was carried out at 10°C of constant temperature, during exposition time of three, five, seven and nine days. A completely randomized desing was used to the cold test, 0 constituting a factorial 6x4, corresponding to the six seed lots and four exposition time (3, 5, 7, and 9 days, with four repetitions. The averages were compared by the Tukey test, at 5% of probability. The correlation test of Person (r was used too. For the modified cold germination test, the period of three days was the most

  20. Dinâmica do nitrogênio no solo em razão da calagem e adubação nitrogenada, com palha na superfície

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosolem Ciro Antonio

    2003-01-01

    Full Text Available Em sistemas com semeadura direta, a calagem tem sido aplicada superficialmente, causando excesso de calcário nos primeiros centímetros do perfil do solo, onde também é aplicado o N em cobertura e a densidade de comprimento radicular é alta. O objetivo deste trabalho foi estudar a dinâmica do N e do pH do solo em razão da calagem em superfície e aplicação de N em cobertura, na presença de palha. Plantas de algodão (Gossypium hirsutum foram cultivadas, por 60 dias, em vasos que receberam calagem superficial ou incorporada e aplicação de doses equivalentes a 0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N em cobertura, na forma de sulfato de amônio; os vasos apresentavam, na superfície, o equivalente a 4 t ha-1 de palha de milheto. A calagem aumentou a mineralização e a nitrificação do N no solo, independentemente do modo de aplicação de calcário, aumentando a sua disponibilidade à planta e também a possibilidade de lixiviação. A absorção de N pela planta, além de sua imobilização pela massa microbiana do solo, neutralizou o efeito do adubo nitrogenado amoniacal no pH do solo. O algodoeiro respondeu melhor à calagem incorporada do que à superficial, mas esta resposta não foi causada por diferenças na disponibilidade de nitrogênio.

  1. Macrofauna invertebrada edáfica em cultivo de mandioca sob sistemas de cobertura do solo Edaphic invertebrate macrofauna in cassava cultivation under vegetable cover crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rogério Ferreira da Silva

    2007-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do cultivo da mandioca em diferentes sistemas de cobertura do solo na densidade e diversidade da comunidade da macrofauna de invertebrados edáfica. O trabalho foi conduzido no Município de Glória de Dourados, MS, num Argissolo Vermelho, sob sistema convencional (SC, plantio direto sobre palhada de mucuna (PDMu, sorgo (PDSo e milheto (PDMi, além de sistema com vegetação nativa (VN, como referencial para comparação. As avaliações foram realizadas em quatro épocas distintas: abril/2003 (antes do plantio, novembro/2003 (6 meses após o plantio, abril/2004 (11 meses após o plantio e novembro/2004 (18 meses após o plantio. Houve efeito da interação entre os sistemas avaliados e as épocas de amostragens sobre a densidade, riqueza e diversidade da macrofauna invertebrada do solo. Entre os grupos da macrofauna invertebrada do solo, cupins, formigas e coleópteros (imaturo e adulto foram predominantes no ambiente estudado. O uso de plantas de cobertura no pré-cultivo de mandioca no sistema plantio direto proporcionou condições para a recomposição da comunidade de macrofauna invertebrada do solo, o que indica que as espécies utilizadas, mucuna, sorgo e milheto, representam alternativas promissoras para melhor manejo dessa cultura.The objective of this work was to evaluate the effect of cassava cultivation under different vegetable cover crops according to the density and diversity of soil invertebrate macrofauna. Field experiment was carried out at Glória de Dourados, Mato Grosso do Sul State, Brazil, on an Oxisol, under conventional drilling (SC, no-tillage system under Stizolobium cinereum (PDMu, Sorghum bicolor (PDSo and Pennisetum glaucum (PDMi mulching, with comparison of native vegetation system (VN. Evaluations were performed in April/2003 (before sowing, November/2003 (6 months after sowing, April/2004 (11 months after sowing and November/2004 (18 months after sowing. Significant

  2. Altura de manejo de papuã e propriedades de solo em sistema de integração lavoura-pecuária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diego Bortolini

    2013-08-01

    Full Text Available No sul do Brasil, há ocorrência espontânea de papuã (Urochloa plantaginea (Link R.D. Webster, nas lavouras, no período de verão, sendo que essa planta possui grande potencial forrageiro. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as alterações ocorridas nas características físicas e na matéria orgânica do solo, em pasto de papuã, com diferentes alturas de manejo, na presença e na ausência de pisoteio animal. O trabalho foi realizado na Estação Experimental do IAPAR, no município de Pato Branco, Paraná. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com três repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema bifatorial, com parcelas subdivididas, durante o período de pastejo. As parcelas receberam os níveis do fator altura de manejo de pasto de papuã (0,1; 0,2; 0,3 e 0,4 m, enquanto as subparcelas foram constituídas de áreas com (pastejadas por cabras e sem pisoteio animal (corte manual. Foram avaliados, após o período de pastejo, os teores de matéria orgânica, a densidade, a porosidade total, a macro e a microporosidades do solo. De maneira geral, a altura de manejo do papuã, na presença, ou não, de pisoteio animal, não alterou significativamente as características físicas e a matéria orgânica do solo, avaliadas após o primeiro ciclo de aplicação dos tratamentos. O pisoteio animal não causou compactação adicional e, mesmo com pastejo animal, os teores de matéria orgânica no solo mantiveram-se altos.

  3. Correlação linear e espacial entre produtividade de Brachiaria brizantha, densidade do solo e porosidade total em função do sistema de manejo do solo Linear and spatial correlations among forage yield, bulk density and total porosity in function of soil management system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edney L. da Vitória

    2012-10-01

    Full Text Available A densidade e a porosidade são propriedades físicas do solo que são alteradas em função do sistema de manejo utilizado, com consequente influência sobre a produtividade das culturas. A produtividade da planta forrageira, Brachiaria brizantha, em função da densidade do solo e da porosidade total foi analisada em dois sistemas de manejo de solo, em experimento conduzido no segundo semestre de 2009, no município de Santa Teresa, no Estado do Espírito Santo. O objetivo foi estudar a variabilidade e as correlações lineares e espaciais entre os atributos da planta e do solo, visando a selecionar um indicador da qualidade física do solo de boa representatividade para produtividade de forragem. Marcaram-se duas parcelas de 40 m por 50 m a cada 5 m, em duas direções, resultando em um reticulado retangular de 99 pontos, em cada um dos sistemas utilizados: preparo convencional e plantio direto. Os atributos estudados, além de não terem variado aleatoriamente, apresentaram variabilidade dos dados entre média e alta, e seguiram padrões espaciais bem definidos, com alcance entre 20,3 e 24,2 m. Por sua vez, a correlação linear entre o atributo da planta e os do solo, em função do elevado número de observações, foi baixa. A melhor correlação para produtividade de matéria seca foi com a densidade do solo na profundidade de 0,0 - 0,15 m, independentemente do sistema de manejo do solo, indicando que a produtividade e a densidade do solo são inversamente proporcionais. Portanto, a densidade do solo avaliada na camada de 0,0 - 0,15 m apresentou-se como satisfatório indicador da qualidade física do solo, quando se considerou a produtividade da forrageira.Total porosity and bulk density are strongly affected by soil management, which reflects directly in agricultural productivity. The productivity of the forage, Brachiaria brizantha, in function of bulk density and total porosity was analyzed in two soil management systems, in an

  4. Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores Phosphorus availability in soils, determined by different extracting procedures

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Cesar da Silva

    1999-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi o estudo comparativo dos extratores mais importantes do fósforo do solo. É apresentada uma revisão da literatura sobre métodos de avaliação da disponibilidade de fósforo em solos. Os métodos considerados foram: resina trocadora de ânions, Olsen, Bray 1, Bray 2, Mehlich 1, Truog, Morgan, Égner, Água, CaCl2 0,01M, papel de filtro com hidróxido férrico, e as técnicas de troca isotópica, expressos como valor E e valor L. Nos trabalhos considerados, as comparações de métodos foram feitas com base em correlações entre o P absorvido pelas plantas e o P extraído do solo pelas diferentes técnicas. Inicialmente, foi feita uma comparação conjunta dos resultados de todos os trabalhos, considerando os coeficientes de determinação (r². Os valores médios obtidos e o número de artigos em que o método foi testado, indicados entre parênteses, foram os seguintes: resina trocadora de ânions, 70% (34; valor E, 68% (16; valor L, 65% (8; Olsen, 54% (48; Bray 1, 50% (42; Mehlich 1, 46% (25; Égner, 44% (9; Bray 2, 42% (19; Água, 42% (15; Truog, 38% (13; CaCl2, 36% (13, e Morgan, 32% (13. O confronto dos diversos métodos em duplas, considerando-se os pares de resultados (r² obtidos pelos extratores que foram testados conjuntamente, através de correlações lineares e contraste de médias (teste t, levou à conclusão de que o método da resina foi estatisticamente superior aos demais. O método da resina tem os seguintes aspectos favoráveis: (a apresenta valores de coeficientes de determinação, para a correlação entre P absorvido por plantas e P no solo, consistentemente superiores aos dos demais métodos na maior parte dos 72 trabalhos revisados; (b pode ser usado tanto em solos ácidos como alcalinos, o que não é o caso para outros extratores importantes; (c revela, adequadamente, o efeito da calagem em aumentar a disponibilidade de P para as plantas, o que não acontece com os métodos Mehlich 1

  5. Copper desorption in a soil with variable charge Dessorção de cobre em solo com carga variável

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Casagrande

    2004-04-01

    Full Text Available Adsorption processes of heavy metals in soils have been more extensively studied than desorption, in spite of this latter process being related to nutrient bioavailability in the soil solution. Copper desorption from surface (0-0.2 m and subsurface (1.0 - 1.2 m samples of an Anionic Acrudox was studied at two pH values (4.5 and 7.5. Soil samples were incubated with Cu rates varying from 0 to 400 mg kg-1, during 4 and 12 weeks, in the presence of CaCl2 as support electrolyte at concentrations of 0.01 and 0.001 mol L-1. Complete soil adsorption of added Cu was observed at pH 7.5 in all incubation periods, indicating that a 24h-shaking period was enough to reach equilibrium and maximum adsorption. Copper adsorption varied with the incubation period and was much lower at pH 4.5 than at pH 7.5, after the 24 hour-incubation period. After 4 and 12 weeks, Cu adsorption values were higher and similar for all soil samples, irrespective of pH or depth of sampling. The effect of the incubation period on soil Cu adsorption surpassed the pH effect for all Cu rates. The hysteresis was expressive, suggesting that Cu enhances high-energy bonds with the soil colloids. Calcium chloride was not efficient in promoting native soil Cu desorption in the studied concentrations.A adsorção de metais pesados aos solos é mais estudada do que sua dessorção. No entanto, o processo de dessorção está diretamente relacionado à disponibilidade dos elementos às plantas. A dessorção de cobre em amostras superficiais (0-0,2 m e subsuperficiais (1,0-1,2 m de um Latossolo Vermelho acriférrico foi estudada em dois valores de pH (4,5 e 7,5. Foram adicionados até 400 mg kg-1 de Cu em amostras incubadas por 4 e 12 semanas, tendo o CaCl2 como eletrólito suporte nas concentrações de 0,01 e 0,001 mol L-1. No pH mais elevado (7,5, em todos os períodos de incubação, as amostras adsorveram praticamente todo o cobre adicionado, indicando que o tempo de 24 h de agitação para

  6. Mapeamento de risco de sodificação de solos em microbacia hidrográfica no Rio Grande do Sul

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Boeno Patricio Luiz

    2017-02-01

    Full Text Available Atualmente, o uso de águas subterrâneas para fins de irrigação tem se tornado uma constante em muitas bacias hidrográficas brasileiras. Contudo, a utilização de águas com alto teor de sódio pode trazer uma série de prejuízos para os solos agrícolas, especialmente aos mais argilosos e com drenagem deficiente. A pesquisa objetivou avaliar o risco de sodificação dos solos da microbacia hidrográfica do Lajeado Erval Novo com a introdução de águas subterrâneas para atividades de irrigação. Para tanto, aplicou-se um modelo quali-quantitativo para cruzar informações das concentrações salinas da água subterrânea de 14 poços tubulares localizados na região com características geomorfológicas da microbacia. Para avaliação do teor de sódio das águas subterrâneas utilizou-se o índice de Relação de Adsorção de Sódio (RAS como indicador da porcentagem de sódio contido em água que pode ser adsorvido pelo solo. Esse indicador aliado ao mapeamento em Sistema de Informação Geográfica (SIG das características de declividade e tipo de solo forneceram um diagnóstico do risco de salinização do solo em diferentes partes da microbacia. Como resultado, evidenciou-se o elevado risco de sodificação na porção sul da microbacia ao utilizar águas para irrigação classificadas com índice RAS alto (>18 e muito alto (>26. Estudos desta natureza visam contribuir para o levantamento de informações de interesse para a realização de práticas mais sustentáveis na agricultura, objetivando o uso dos recursos hídricos na região, servindo de contribuição para as políticas públicas do setor. Sodification risk mapping of soils in micro watershed in Rio Grande do SulAbstract: Currently, the use of groundwater for irrigation purposes has become a constant in many brazilian watershed. However, the use of water with high sodium content can bring a lot of damage to agricultural soils, especially the clay soils and with poor

  7. Qualidade física do solo em pomar de laranjeira no noroeste do paraná com manejo da cobertura permanente na entrelinha Soil physical quality in an orange orchard in northwestern parana as affected by groundcover management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jonez Fidalski

    2007-06-01

    Full Text Available O tráfego de máquinas e a compactação do solo ocorrem próximo à copa das plantas de citros, aumentando as restrições físicas do solo ao crescimento das raízes. Estratégias de manejo incluem o uso de coberturas permanentes do solo nas entrelinhas de pomares de laranjeira, mas são desconhecidos os seus efeitos na qualidade física do solo. O objetivo deste estudo foi quantificar o impacto de sistemas de manejo com cobertura permanente do solo em alguns indicadores de qualidade física do solo em um pomar de laranjeira. O estudo foi realizado em um experimento de longa duração de laranjeira 'Pêra' sobre limoeiro 'Cravo' com sistemas de cobertura permanente do solo nas entrelinhas, no município de Alto Paraná, noroeste do Paraná, em um Argissolo Vermelho distrófico latossólico, com horizonte superficial de textura arenosa. Os tratamentos de cobertura permanente nas entrelinhas com a gramínea mato-grosso ou batatais (Paspalum notatum manejada com roçada e a leguminosa amendoim forrageiro (Arachis pintoi foram comparados ao manejo tradicional, em que a vegetação espontânea foi dessecada com herbicida pós-emergente. O delineamento experimental utilizado foi de bloco ao acaso com três repetições. Em maio de 2003, a amostragem de solo foi realizada sob rodado e entrerrodado das máquinas nas entrelinhas do pomar. As amostras indeformadas de solo obtidas no centro da camada de 0-15 cm de profundidade foram utilizadas para determinação dos seguintes indicadores: conteúdo de água na capacidade de campo, porosidade total do solo e densidade do solo, a partir dos quais foram estimados os indicadores capacidade de aeração do solo e capacidade de armazenamento de água do solo. Amostras de solo deformadas foram coletadas nas camadas de 0-5 e 10-15 cm de profundidade, para determinação dos teores de C orgânico do solo e cálculo da taxa de estratificação de C orgânico do solo. Os indicadores de qualidade do solo

  8. Aggregates characterization of soils under cultivation in cerrado, MSCaracterização dos agregados em solos sob cultivo no cerrado, MS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Itaynara Batista

    2013-09-01

    Full Text Available Impacts on the environment and soil biological activity result in changes in the processes of formation of biogenic and fisiogenic aggregates. Aiming to evaluate the influence on physical and biological genesis of aggregates of Cerrado soils and determine the main environmental factors that determine the characteristics of households in the area of production under integrated crop-livestock (ICL, was developed this study in Farm Cabeceira, Maracaju-MS, in areas of ICL. The areas evaluated were: Savana, pasture/maize, corn/cotton and cotton/soybeans being evaluated during the dry (May/2009 and rainy (March 2010 season. To identify the pathways of aggregation were used morphological patterns, and established three clusters: fisiogenic, biogenic and intermediates. The aggregates were analyzed for exchangeable cations, carbon and aggregate stability, soil was analyzed for the exchangeable cations, particle size fractionation of soil organic matter, oxidizable fractions of total organic carbon, particle size analysis and soil macrofauna. In all areas studied, in the dry season, the highest values were quantified aggregate intermediates, while in the rainy season, in general, no differences were observed aggregates formed by different routes in areas except cotton/soybeans. The aggregates showed positive correlation with biogenic carbon and were found in lesser amounts compared to fisiogenic and intermediates. The different types of aggregates formed, besides having different characteristics morphological also differ as to chemical characteristics. Impactos sobre o ambiente do solo e a atividade biológica resultam em alterações nos processos de formação de agregados biogênicos e fisiogênicos. Com o objetivo de avaliar a influência física e biológica na gênese de agregados dos solos do Cerrado, bem como determinar quais os principais fatores do ambiente que determinam as características dos agregados em área de produção sob sistema de

  9. Picão-preto: uma planta daninha especial em solos tropicais Black jack: a special weed in tropical soils

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J.B Santos

    2011-01-01

    Full Text Available Bidens pilosa está presente em praticamente todo o território brasileiro, além de vários outros habitats tropicais. Entre as características presentes na planta, a abundante e longa produção de propágulos, o fotoblastismo preferencial, o uso eficiente da água, a elevada extração e utilização de nutrientes, bem como características morfofisiológicas específicas, conferem vantagem na competição com as principais culturas anuais e perenes. Devido à plasticidade e flexibilidade adaptativa de B. pilosa e às interações de suas características na determinação da competitividade desse vegetal, torna-se difícil identificar aquelas que realmente se associam com elevada capacidade competitiva e que possuam maior expressividade. Dentro da espécie ocorrem biótipos resistentes a determinados herbicidas, o que dificulta seu controle nas áreas agrícolas. O uso de outros métodos de manejo também possui entraves, devido à ampla variação do fluxo de disseminação, germinação e emergência de propágulos e, ainda, às associações benéficas dessa espécie com microrganismos presentes no solo. Embora seja dotada de características que a tornam infestante agressiva nas áreas agrícolas, este trabalho reporta alguns mecanismos que podem ser usados para o manejo integrado da espécie. Além disso, B. pilosa apresenta propriedades medicinais, sendo necessário o aprofundamento científico para usufruto de seus benefícios.Bidens pilosa occurs in practically all the Brazilian territory, besides several other tropical habitats. This plant's most advantageous aspects in the competition with major annual and perennial cultivars are its abundant and long propagule production, preferential photo-blastism, water use efficiency, high nutrient extraction and use, and morphophysiological characteristics. Due to B. pilosas plasticity and adaptative flexibility, as well as interaction of the characteristics determining its competitiveness

  10. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo em transição para cultivo orgânico de feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.)

    OpenAIRE

    ROSA, Joyce Rover

    2009-01-01

    A análise da qualidade do solo durante e após o período de transição de um sistema produtivo convencional para um sistema orgânico é importante como indicador de sustentabilidade. Indicadores microbiológicos e bioquímicos da qualidade do solo devem responder rapidamente a mudanças no manejo e alterações nos sistemas de produção. Assim, este experimento teve como objetivo avaliar as alterações nos indicadores microbiológicos e bioquímicos do solo em um sistema de produção em ...

  11. DESENVOLVIMENTO INICIAL DE DUAS VARIEDADES DE ALFACE EM FUNÇÃO DE DOIS TIPOS DE SUBSTRATOS E COBERTURA DO SOLO / INITIAL DEVELOPMENT OF TWO VARIETY LETTUCE IN FUNCTION OF TWO TYPES OF SUBSTRATES AND GROUND COVER

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. de A. L. Souza

    2016-09-01

    Full Text Available Objetivou-se neste trabalho avaliar desenvolvimento inicial de duas variedades de alface ‘Ruby’ e ‘Manteiga’ em função dos tipos de substratos de cultivo e do tipo de cobertura do solo. O trabalho foi desenvolvido em Telado Agrícola e Laboratório de Fitossanidade e Sementes, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, em Sobral. As sementes das duas variedades foram postas para germinar em bandejas de poliestireno expandido (isopor de 128 células; quando estas apresentavam quatro folhas definitivas, cerca de 20 dias após a semeadura, foram transplantadas para o local definitivo, em vasos com capacidade de 8,0 L. O ensaio foi disposto em Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC em esquema fatorial 2 x 2 x 3, subdivididas no tempo, sendo duas variedades de alface (‘Ruby’ e ‘Manteiga’, dois tipos de substratos (areia - SMO e esterco - CMO, e três tipos de coberturas do solo (testemunha (sem cobertura, bagana de carnaúba - BC e Mulching - MUL, em quatro épocas de avaliação (10, 20, 30 e 40 DAT. De acordo com os resultados obtidos com o ensaio, constatou-se que o uso dos diferentes substratos utilizados não interferiu na área foliar das variedades de alface avaliadas; A cobertura de solo, tanto o mulching quanto a bagana de carnaúba, mostraram resultados significativos para o desenvolvimento das variedades de alface utilizadas, mostrando-se que além de eficiente em reter água no solo, também auxilia na inibição do surgimento de plantas daninhas, reduzindo assim a competição entre elas e as variedades de alface.

  12. Tempo de uso em pastagens e volume dos macroporos do solo na Amazônia Central Soil usage time under pastures and soil macropores volume in Central Amazon

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan L. C. Tarrá

    2010-01-01

    Full Text Available A qualidade do solo em funcionamento através do tempo no interior dos agroecossistemas é um aspecto indispensável para melhorar a sustentabilidade de uso do solo nas regiões tropicais. Neste cenário, quantificar os efeitos do tempo de uso em pastagens sobre os diferentes componentes do solo (macroporos, é importante para determinar os planos de manejo e recuperação mais adequados para essas áreas. Neste estudo se avaliou o efeito do tempo de uso em pastagem (4, 5, e 8 anos sobre o volume dos macroporos após dez anos de abandono e