WorldWideScience

Sample records for antracnose em frutos

  1. ANTRACNOSE DO CAQUIZEIRO CAUSADA POR Colletotrichum horii: INCIDÊNCIA EM RAMOS, FOLHAS, FLORES E FRUTOS EM CAMPO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    RENATO REZENDE YOUNG BLOOD

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a incidência em várias partes da planta e o desenvolvimento da antracnose do caquizeiro causada por Colletotrichum horiinas cultivares Fuyu e Kakimel produzidas sob os sistemas orgânico e convencional, respectivamente, nas safras de 2010/2011 e 2011/2012, em Campina Grande do Sul, Paraná, Brasil. Em cada pomar, 10 plantas foram selecionadas aleatoriamente, e 10 ramos do ano por planta, distribuídos ao redor dacopa, foram marcados para as avaliações de incidência de antracnose em ramos e folhas, a cada 15 dias. A quantificação de frutos caídos com ou sem sintomas da doença foi a cada 15 dias, durante o período de crescimento de frutos até a colheita, relacionada com a produção total. C. horii em flores foi avaliada em campo e também após incubação no laboratório. Infecção latente foi observada em frutos verdes coletados aos 90; 120 e 150 dias após a floração. Em ambas as safras, observou-se a queda de frutos com sintomas de antracnose entre os meses de janeiro e abril. C. horii é capaz de infectar flores, permanecer latente e provocar sintomas de antracnose em frutos imaturos. Frutos colhidos sadios apresentaram sintomas em pós-colheita após a incubação.

  2. Caracterização morfotintorial de Colletotrichum spp. causador de antracnose em frutos de figo cultivados experimentalmente no perímetro irrigado de São Gonçalo, Sousa-PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Damião Junior Gomes

    2015-07-01

    Full Text Available Como alternativa da inserção de novas culturas na região do Semiárido brasileiro temos o figo 'Roxo de Valinhos' (Ficus carica L. uma planta família Moraceae que pode muito bem ser inserida no contexto da agricultura familiar, mas que vem sofrendo infecção por um fungo do gênero Colletotrichum provocando importantes percas econômicas no agronegócio e também no campo da pesquisa e extensão. Este trabalho teve como objetivo caracterizar a morfologia de isolados de Colletotrichum spp. causador de antracnose pós-colheita em frutos de Ficus carica L. cultivado experimentalmente no perímetro irrigado da São Gonçalo no município de Sousa-PB. Primeiramente identificou os frutos com sintomas de antracnose seguido de sua desinfecção com álcool a 70%. Logo fez-se montagem em lâmina de microscopia para um prévia avaliação do patógeno. O fungo foi isolado em Batata-Dextrose-Ágar a 25ºC durante 10 dias. Seguidamente foi feito o microcultivo no mesmo meio de cultura para a análise morfo-tintorial do micélio usando como corante azul de algodão e lactofenol de amann.

  3. Colletrotrichum gloeosporioides causando antracnose em frutos de pupunheira nos estados de Minas Gerais e Paraná Colletrotrichum gloeosporioides causing anthracnosis on peach palm fruits in Minas Gerais and Paraná States, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João Batista Vida

    2006-09-01

    Full Text Available O cultivo de pupunha (Bactris gasipaes para palmito tem-se expandido para algumas regiões do Sudeste e Sul do Brasil, ocupando áreas abandonadas pela agricultura no espaço territorial de domínio da Mata Atlântica. Em plantas adultas de pupunheira, cultivadas para a produção de sementes nos estados de Minas Gerais e Paraná, verificou-se ocorrência de antracnose nos frutos, causando severa podridão. O fungo Colletotrichum gloeosporioides foi isolado de tecidos doentes e a sua patogenicidade aos frutos da pupunheira foi confirmada em condições controladas. Essa foi a primeira constatação da doença em frutos nos estados de Minas Gerais e Paraná.The cultivation of peach palm (Bactris gasipaes for production of palm heart has increased in Southeast and Southern Brazil, in areas of domain of Atlantic Forest. Adult peach palm plants kept for seed production have suffered severe rot damages on fruits, resulting from coalescence of spots. The fungus Colletotrichum gloeosporioides was isolated from the damaged tissues and its pathogenicity to peach palm fruits was confirmed under controlled conditions. This is the first report of this disease damaging peach palm fruits in the Minas Gerais and Parana States.

  4. PROGRESSO TEMPORAL E CONTROLE DA ANTRACNOSE EM BANANA NO SEMIÁRIDO NORTE MINEIRO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LAIS MAIA E SILVA

    2016-02-01

    Full Text Available RESUMO A antracnose é uma das principais doenças pós-colheita em bananas. O trabalho teve como objetivos avaliar, durante dez meses, a intensidade da antracnose e o efeito da lavagem e sanitização das frutas no controle da doença em pós-colheita de bananas. O experimento foi realizado de setembro de 2013 a junho de 2014. As coletas dos frutos foram realizadas, mensalmente, em cinco propriedades comerciais localizadas nos municípios de Jaíba, Janaúba e Nova Porteirinha, cultivadas com banana ‘Prata-Anã’. As pencas foram subdivididas em buquês de três frutos, o delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial e submetidos aos tratamentos: frutos sem a realização da lavagem (testemunha; frutos lavados na propriedade; frutos lavados no laboratório com hipoclorito de sódio a 2%; frutos lavados no laboratório com hipoclorito de sódio a 2% seguido de aplicação com fungicida Imazalil. As avaliações foram realizadas em 10 épocas e os tratamentos repetidos cinco vezes. Calculou-se área abaixo da curva de progresso da intensidade (AACPI e área abaixo da curva de progresso da severidade (AACPS. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas através do teste de Scott-Knott, a 5% de probabilidade. A maior intensidade de antracnose em bananas no Norte de Minas ocorre nos meses de novembro de 2013 a março de 2014. A menor intensidade ocorre nos meses de setembro e outubro de 2013 e abril a junho de 2014. Nos meses de novembro a março, época de maior intensidade de doença, a lavagem dos frutos com detergente neutro e hipoclorito de sódio a 2% seguida de aplicação do fungicida Imazalil é a técnica mais eficiente de controle. A lavagem dos frutos, apenas com detergente neutro pode favorecer o aparecimento de antracnose, pela degradação da cutícula.

  5. Caracterização morfocultural e infecção cruzada de Colletotrichum gloeosporioides agente causal da antracnose de frutos e hortaliças em pós-colheita / Morfocultural characterization and cross infection Colletotrichum gloeosporioides causes anthracnose in fruits and vegetables post-harvested

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucimar Pereira Bonett

    2010-12-01

    Full Text Available O fungo Colletotrichum gloeosporioides infecta uma grande variedade de plantas em regiões tropicais, subtropicais e temperadas ocasionando consideráveis perdas econômicas em doenças pré e pós-colheita. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a morfologia e a infecção cruzada de isolados de Colletotrichum gloeosporioides obtidos de frutos e hortaliças em pós-colheita. Os isolados foram obtidos de lesões de frutos com sintomas de antracnose e cultivados em meio de cultivo BDA, sendo a avaliação do crescimento micelial realizada por meio de duas leituras diárias do diâmetro das colônias pelo período de quatorze dias e a caracterização morfológica das colônias realizada no final deste período. Para a realização do experimento, utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualisado com três repetições por tratamento. Para o experimento da infecção cruzada foram realizados dois ferimentos em frutos sadios nos quais foram depositados blocos de meio de cultura com 6 mm2 contendo os isolados. O delineamento experimental foi em esquema fatorial de 8 x 8, com quatro repetições. As médias de ambos os experimentos foram analisadas por meio do teste de Scott-Knott com 5% de probabilidade. A maioria dos isolados de C. gloeosporioides possuem grande potencial de infecção cruzada, já que foram capazes de causar lesões em frutos de mamão, manga, abacate, chuchu, jiló, pimentão verde e pimenta. Os isolados de frutos de mamão e abacate apresentaram o maior índice de crescimento micelial e os isolados provenientes do chuchu apresentaram o menor. Quanto ao desenvolvimento de lesões, o mamão apresentou-se mais suscetível, com lesões maiores, enquanto que a pimenta cambuci demonstrou-se a mais resistente, apresentando as menores lesões.

  6. Severidade de antracnose em folhas de sorgo submetido a doses crescentes de silício

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gil Rodrigues Santos

    Full Text Available A antracnose foliar é causada pelo fungo Colletotrichum sublineolum Hann. Kabát et Bub. (sin. C. graminicola (Ces. G.W. Wils. em plantas de sorgo podendo reduzir a produtividade de grãos e forragem, e o manejo adequado da nutrição mineral desta planta pode se apresentar como um mecanismo de controle sobre a antracnose. Dentre os minerais utilizados para o manejo de doenças, o silício destaca-se por reduzir a severidade das doenças em várias culturas. Diante do exposto, este trabalho teve por objetivo avaliar a severidade da antracnose em diferentes genótipos de sorgo suplementados com doses crescentes de silício. Para tal, realizaram-se experimentos em condições de casa de vegetação e de campo onde os genótipos de sorgo DOW 1F305 e A9735R foram suplementados com doses crescentes de silício (0; 500; 1.000; 1.500; 2.000; e 4.000 kg ha-1 e avaliados quanto à severidade da antracnose. Avaliou-se a severidade da doença por meio de uma escala de notas e, em seguida, amostras foram coletadas para determinação da concentração de silício nas folhas. Após a análise dos resultados, concluiu-se que houve redução na severidade da antracnose em resposta a adubação com silício para ambos os genótipos avaliados. Apesar do genótipo de sorgo DOW 1F305 acumular menores teores de silício em suas folhas, este genótipo foi mais resistente ao ataque da antracnose foliar.

  7. Tratamento térmico e prochloraz no controle da antracnose em pós-colheita de frutos de banana 'Prata Anã' Thermotherapy and prochloraz to control of anthracnose on 'Prata Anã' bananas in post harvest conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Barreto da Silva

    2008-12-01

    Full Text Available O controle químico, térmico e a refrigeração são os processos mais utilizados no tratamento pós-colheita das bananas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do tratamento térmico, químico e da combinação dos dois métodos e estes associados à baixa temperatura de conservação no controle da antracnose na pós-colheita da banana. Para tanto os experimentos foram realizados em três épocas quando, bananas (Musa sp da variedade 'Prata Anã' (AAB no estádio pré-climatérico eram coletadas e suas pencas individualizadas. As pencas foram submetidas a quatro tratamentos com cinco repetições cada: 1. Tratamento térmico (imersão em água a 56ºC por seis minutos, seguido de resfriamento em água à temperatura ambiente; 2. Tratamento químico por seis minutos (imersão em calda fungicida (prochloraz 2,5 mL.L-1; 3. Tratamento térmico seguido do químico; 4. Testemunha, imersão em água por seis minutos. Após os tratamentos, as pencas eram divididas em duas partes iguais, sendo que uma parte ficou em câmara fria (14ºC com variação de 2ºC e a outra permaneceu à temperatura ambiente. O tratamento térmico não foi eficiente no controle da doença. O fungicida prochloraz a 2,5 mL.L-1 foi eficiente no controle da podridão pós-colheita. A refrigeração retardou o surgimento da doença em até 12 dias. Os resultados indicam que a baixa temperatura, associada ou não ao controle químico, é capaz de controlar a podridão pós-colheita dos frutos por 12 dias.Chemical control and refrigeration are two processes usually adopted in the treatment of the banana post harvest rot. This work has for objective to evaluate the effect on the control of the anthracnose in banana post harvest of the chemotherapy, of the thermotherapy, of the combination of the two listed methods and these all associated to the low conservation temperature. The experiments were replicate three times where banana fruit (Musa sp of the variety 'Prata An

  8. Fosfitos no manejo da antracnose do jiló

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizabeth Rodrigues Alexandre

    2014-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de fosfitos sobre a antracnose (Colletotrichum tamarilloi em jiló, na pós-colheita. O crescimento micelial e a produção e a germinação de conídios foram avaliados após a aplicação dos sais de fosfitos de Ca, K, Mg, Zn e Cu, nas concentrações de 0,25, 0,50, 0,75, 1,00, 1,25, 1,50 e 1,75 g L-1 (in vitro, sobre o fungo C. tamarilloi. As doses 0,25, 0,75, 1,25 e 1,75 g L-1 afetaram os frutos no período pós-colheita. Avaliaram-se os atributos químicos e a possível resposta bioquímica. A dose de 1,50 g L-1 foi utilizada no controle da antracnose, em pós-colheita, após inoculação do fungo. In vitro, a concentração efetiva para a redução de 50% do crescimento micelial e da produção e da germinação de conídios (CE50 foi alcançada para as menores concentrações do fosfito de K. Observou-se efeito linear quanto à redução da incidência da antracnose e ao aumento das atividades das enzimas oxidativas/reativas catalase, ascorbato peroxidase e polifenoloxidase. O fosfito de K foi o sal mais eficiente contra a antracnose, em frutos armazenados a 13±2°C e 24±2°C, e tem potencial para ser utilizado para o manejo desta doença.

  9. Utilização de Ecolife® e Acibenzolar-s-metil (ASM no controle da antracnose da banana em pós-colheita Use of Ecolife® and Acibenzolar-S-metil (ASM on the control of antracnosis in banana post-harvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciano Marinho Furtado

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação dos produtos ASM e Ecolife no controle da antracnose pós-colheita em frutos de banana. Frutos sadios de banana, variedades maçã, prata, pacovan e cacau , em fase intermediária de maturação, foram imersos previamente em soluções de ASM e Ecolife e inoculados com Colletotrichum musae. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial com quatro repetições. Os resultados apresentados demonstraram a eficácia dos produtos nas concentrações de 5 ml/ L (Ecolife e 0,50g/ L (ASM no controle da antracnose nas variedades analisa das. A variedade cacau apresentou menor lesão quando tratada com o Ecolife (5,79 mm. Com relação ao efeito do ASM, a bana na prata demonstrou um melhor resultado, com tamanho médio de lesão de 5,62 mm. Com o decorrer do processo de maturação dos frutos houve um decréscimo na severidade da doença nas quatro variedades estudadas, exceto no tratamento testemunha, que continuou apresentando aumento no tamanho das lesões nos frutos e atingir a polpa ao final da maturação.The aim of this work was to evaluate the effects of ASM and Ecolife on the control of post-harvest antracnosis in banana. Banana fruits of Maçã, Prata, Pacovan and Figo varieties, at intermediate stage of maturation, were immersed in solutions of ASM and Ecolife and inoculated with Colletotrichum musae A completely randomized design was used, at a factorial scheme 4x2 (four varieties x two products with four replicates. The presented results demonstrated the susceptibility of the fruits to the disease, mainly Maça variety with lesion of 17,99 mm. It was demosntrated the effectiveness of products at concentrations of 5ml. L-1 (Ecolife and 0.50g. L-1 (ASM on antracnosis control. The Figo variety presented the smallest injuries when treated with Ecolife (5.79 mm. Regarding ASM effects, Prata variety demonstrated the best performance, with 5.62 mm of injuries diameter

  10. Uso de extratos vegetais no controle in vitro do Colletotrichum gloeosporioides penz. Coletado em frutos de mamoeiro (Carica papaya L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elzivan Felix Ferreira

    2014-06-01

    Full Text Available Diversas alternativas vêm sendo estudadas e utilizadas no controle de doenças de plantas, no intuito de suprir as necessidades dos produtores e consumidores no desejo de reduzir o uso de defensivos agrícolas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade de extratos vegetais de Azadirachta indica A. Juss., Anonna muricata L. e de Lippia alba (Mill N. E. Brown. no controle de Colletotrichum gloeosporioides Penz. in vitro. O experimento foi conduzido na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Câmpus de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil. Extratos aquosos de folhas de graviola e erva-cidreira, e extratos aquosos de sementes de nim e graviola foram usados visando à inibição do crescimento micelial do patógeno causador da antracnose em frutos de mamão. A atividade antifúngica dos extratos foi mensurada mediante a medição do crescimento micelial das culturas. O delineamento adotado foi o DIC em esquema fatorial (3x3x3, com quatro repetições, nos dois experimentos. Os resultados obtidos indicam maior inibição ao crescimento micelial do patógeno com o uso dos extratos de folhas de erva-cidreira e de sementes de graviola.

  11. Diversidade fenotípica e patogênica de Colletotrichum, agente causal da antracnose em mangueira, e identificação de espécie

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    I.M.R.S. Serra

    2011-03-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo estudar a diversidade fenotípica e patogênica de 40 isolados de Colletotrichum obtidos de mangueira no Nordeste do Brasil e identificar diferentes espécies desse fitopatógeno, agente causal de antracnose, através da análise da seqüência da região ITS do rDNA. Quanto à caracterização morfológica e cultural, as colônias dos isolados apresentaram diversidade em relação à cor e aspecto, sendo mais comum à cor branco-cinza, característica de Colletotrichum gloeosporioides. Não foram observadas variações expressivas na morfologia dos 40 isolados. Os conídios apresentaram-se, predominantemente, hialinos e unicelulares, com formato variando de bastonete para cilíndrico. Todos os isolados produziram apressórios variados em formato e quantidade e apenas 10 isolados apresentaram setas. Para efeito do crescimento micelial e taxa de crescimento foi possível classificar os isolados em sete grupos. Vinte e dois isolados exibiram taxa de crescimento >10mm/dia, considerada típica da espécie C. gloeosporioides. Os isolados foram patogênicos em folhas destacadas de mangueira, induzindo sintomas de antracnose, na forma de manchas escuras levemente deprimidas, e apresentando variações quanto à agressividade. Na identificação específica, baseada na análise da seqüência ITS do DNA ribossomal, 36 isolados amplificaram com o oligonucleotídeos CgInt, específico para C. gloeosporioides e o ITS4, Os isolados CM1, CM4, CM5 e CM10, não amplificaram produtos para nenhum dos oligonucleotídeos específicos, sendo identificados como Colletotrichum spp. Os resultados desse trabalho demonstraram que isolados de Colletotrichum, obtidos de mangueira, apresentam ampla variabilidade morfofisiológica e patogênica. E que, possivelmente, existe mais de uma espécie de Colletotrichum que causa antracnose em mangueira no Nordeste do Brasil.

  12. Controle Químico de Antracnose em Mudas de Pupunheira em Viveiro Chemical Control of Anthracnose on Peach Palm Transplants in Orchard

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rudimar Mafacioli

    2011-03-01

    Full Text Available

    A antracnose, causada pelo fungo <em>Colletotrichum loeosporioides>, é a principal doença da parte aérea da pupunheira (<em>Bactris gasipaes em>var gasipaes em viveiros de mudas no Centro-Sul do Brasil. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência de novas formulações de fungicidas no controle de antracnose em mudas de pupunheira, na fase de viveiro. O ensaio foi conduzido no período de abril a agosto de 2006, com o delineamento experimental em blocos ao acaso, com cinco tratamentos com fungicidas e uma testemunha sem fungicida, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas por dez mudas. Foram avaliados os seguintes fungicidas através de pulverização da parte aérea: piraclostrobina+epoxiconazole (0,13 + 0,05 g.L-1, tetraconazole (0,1 g.L-1, tebuconazole (0,2 g.L-1, chlorotalonil (2 g.L-1 e chlorotalonil+tiofanato metílico(1 + 0,4 g.L-1. A severidade (percentagem da área foliar doente a doença foi avaliada quinze dias após a sétima aplicação (última. Verificou-se que todos os tratamentos com fungicidas proporcionaram redução estatisticamente significativa na intensidade da doença em relação à testemunha sem fungicida (P £ 0,05. Os tratamentos com os diferentes fungicidas não diferiram significativamente entre si. Os fungicidas avaliados proporcionaram índice de controle da doença de 68 % a 78 %.  
    Leaf anthracnose, caused by <em>Colletotrichum loeosporioides>, is the most important disease of peach palm plants (<em>Bactris gasipaes em>var. gasipaes in nurseries in the Central and Southern Brazil. The objective of this study was to evaluate efficacy of some new formulations of fungicides for controlling anthracnose transplants in orchards. An assay with randomized block design was carried out, with five different fungicides and a control, with four replicates. Each replicated had 10 plants. The fungicides evaluated were: piraclostrobin + epoxiconazole

  13. Repetibilidade em características do fruto do maracujazeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Magalhães dos Santos

    2010-06-01

    Full Text Available A análise de sucessivas medições de uma característica em um grupo de indivíduos é um procedimento desejável no melhoramento genético de culturas, pois espera-se que a superioridade ou inferioridade inicial de um indivíduo em relação aos demais mantenha-se ao longo das medições. A veracidade dessa expectativa pode ser aferida pelo coeficiente de repetibilidade das características avaliadas. Os objetivos deste trabalho foram (1 determinar o coeficiente de repetibilidade pelos métodos da Análise de Variância, Componentes Principais (matriz de correlação e covariância e Análise Estrutural das seguintes características: massa média, comprimento longitudinal, diâmetro equatorial, massa média da polpa e da casca e espessura da casca do fruto; e (2 determinar o número mínimo de avaliações para um eficiente processo de seleção de genótipos de maracujazeiro-azedo. O trabalho foi desenvolvido no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, analisando-se 20 progênies de meios-irmãos segregantes de maracujazeiro-azedo. Observaram-se diferenças entre as estimativas dos coeficientes de repetibilidade obtidos pelo método da análise da variância e pelos métodos multivariados, havendo superioridade nas estimativas com o emprego dos últimos métodos nos programas de melhoramento do maracujazeiro-azedo. O método dos componentes principais, com base na matriz de covariância, sempre apresentou estimativas maiores, principalmente para espessura da casca e comprimento longitudinal do fruto, sendo esse método mais eficiente para a estimação do coeficiente de repetibilidade das características avaliadas. A realização de 18 medições nos frutos de maracujazeiro-azedo será suficiente para predizer o valor real dos indivíduos com 90% de acurácia no primeiro ano de produção, com relação à massa fresca do fruto, massa de polpa e casca, comprimento longitudinal e diâmetro equatorial.

  14. Efeito do óleo de soja no controle da antracnose e na conservação da manga cv. Palmer em pós-colheita Effect of soybean oil in the control of anthracnose and on post-harvest conservation of mango, cv. Palmer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilton Tadeu Vilela Junqueira

    2004-08-01

    Full Text Available Na fase de pós-colheita da manga, a antracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz. é a doença mais importante em termos de expressão econômica. Seu controle vem sendo feito pela imersão dos frutos por 5 minutos, em água a 55 ºC, acrescida de thiabendazo1 a 0,2%. Embora seja eficaz no controle dessa doença, esse fungicida pode deixar resíduo, o que não satisfaz os consumidores que vêm, a cada ano, aumentando as suas exigências por frutos livres de resíduos de agroquímicos e ambientalmente corretos. Dessa forma, esses experimentos foram conduzidos visando à seleção de produtos biológicos que tenham potencial para o controle da antracnose e para a conservação da manga na pós-colheita. Os frutos, colhidos no estádio de maturação 3 e 4, foram imersos por 5 minutos em thiabendazol a 0,24% e benomil a 0,1 % a 22 ºC, 40 ºC ou 45 ºC e em diferentes concentrações de óleo de soja isolado ou em mistura com benomil, thiabendazol e com extrato etanólico de sucupira (Pterodon pubescens Benth.. Após os tratamentos, os frutos foram mantidos em câmaras a 27 ± 1 ºC, 72 % a 85 % de UR (Experimento nº 1 e a 17ºC a 85% a 100% de UR (experimento nº 2. As avaliações foram efetuadas aos 15 dias (experimento nº 1 e aos 30 dias (experimento nº 2 após os tratamentos, determinando-se as porcentagens da superfície dos frutos cobertas com lesões, de frutos verdes, maduros e de vez, ºBrix e textura. O óleo de soja, isolado ou misturado com benomil ou thiabendazol, a 22 ºC ou a 40 ºC, aumentou o tempo de prateleira da manga Palmer e foi eficaz no controle da antracnose.The anthracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz. is the most important post-harvest disease of mango fruit. Its control has been done by immersion of fruits for 5 minutes in hot water at 55ºC containing the fungicide thiabendazole at 200 g/100 liters. Although efficient in the control of mango anthracnose, this fungicide can leave residues. This fact does

  15. Escala diagramática para avaliação da severidade da antracnose em bastão do imperador Diagrammatic scale for assessment of torch ginger anthracnose severity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Beatriz Meireles Barguil

    2008-06-01

    Full Text Available A antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides (Penz. Sacc., é uma importante doença do bastão do imperador [Etlingera elatior (Jack Smith] no Nordeste brasileiro. Considerando a inexistência de métodos padronizados para quantificação dessa doença, foi elaborada uma escala diagramática com os níveis 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 82 e 92% de área da bráctea lesionada, testando-se a acurácia, a precisão e a reprodutibilidade das estimativas de severidade da antracnose com e sem a utilização da escala. A escala diagramática foi validada por 10 avaliadores, usando 45 brácteas com diferentes níveis de severidade da antracnose. Sem a escala, a maioria dos avaliadores superestimou a severidade da doença. Com a escala, os avaliadores obtiveram melhores níveis de acurácia e precisão, com os erros absolutos concentrando-se na faixa de 10%. Os avaliadores apresentaram elevada repetibilidade (95% e reprodutibilidade (³90% em 75,6% dos casos das estimativas com a utilização da escala. A escala diagramática proposta demonstrou ser adequada para avaliação da severidade da antracnose em bastão do imperador.Anthracnose caused by the fungus Colletotrichum gloeosporioides (Penz. Sacc. is an important disease of torch ginger [Etlingera elatior (Jack Smith] in the Brazilian Northeast. Considering the inexistence of standard methods for assessment of this disease, a diagrammatic scale was developed with 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 82 and 92% of diseased bracts area and tested for accuracy, precision and reproducibility of the estimative of anthracnose severity with and without using the scale. The diagrammatic key was validated by 10 raters, using 45 bracts with different levels of severity. Without the diagrammatic scale most of raters overestimated disease severity. With the scale raters obtained better levels of accuracy and precision, with absolute errors concentrated around 10%. Raters showed great repeatability (95% and

  16. COMPORTAMENTO DE FRUTOS DE MIRTILO (VACCINIUM ASHEI READE CV. POWDER BLUE EM ARMAZENAMENTO REFRIGERADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Alfredo Kluge

    1994-01-01

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve por objetivo verificar o efeito da temperatura (0°C, 4°C e ambiente e do filme de PVC (ausente, selado e perfurado no armazenamento de frutos de mirtilo cv."Powder Blue". Frutos maduros foram colhidos em janeiro de 1993 e acondicionados em bandejas plásticas. Os frutos foram mantidos em câmaras frigoríficas do Departamento de Ciência e Tecnologia Agroindustrial - FAEM/UFPEL por um período de 21 dias + 2 dias para simulação de comercialização. A perda de peso dos frutos no armazenamento foi superior quando mantido na temperatura ambiente, seguido de 0°C e 4°C. Este comportamento pode ser atribuído à ausência de pré-resfriamento das frutas. O filme de PVC foi eficiente na redução da perda de peso dos frutos. Na temperatura de 4°C, o teor de sólidos solúveis totais ao final do período de armazenamento foi inferior aos teores de sólidos solúveis totais encontrados nos frutos mantidos a 0°C e ambiente. A influência do filme de PVC sobre o teor de sólidos solúveis totais foi mais evidente nas frutas mantidas no ambiente, onde as que não foram embaladas em filme de PVC apresentaram teores de sólidos solúveis totais superior àquelas embaladas com o filme. A relação sólidos solúveis totais/acidez total titulável foi maior em frutos mantidos a 0°C. Não houve incidência de podridões nos frutos mantidos a 0 e 4°C, sendo que no ambiente a incidência de podridões ocorreu principalmente em frutos não embalados com filme de PVC.

  17. Raleio de frutos em lichieira 'Bengal' Thinning fruit in 'Bengal' litchi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Eduardo Magalhães dos Santos

    2009-06-01

    Full Text Available Originária da região sudeste da China, a lichieira tem apresentado significativo crescimento em área cultivada nos últimos anos devido aos excelentes sabor e aroma dos frutos. Porém, alternâncias de produção, associadas ao baixo vingamento de frutos, são problemas importantes da cultura. O raleio de frutos pode contribuir para a redução da alternância de produção e aumentar o percentual de frutos comercializáveis e de melhor qualidade, através do ganho em tamanho. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o efeito do raleio de frutos em lichieira 'Bengal' para as condições de cultivo em Viçosa, Minas Gerais. O experimento foi conduzido no delineamento experimental em blocos casualizados, com 5 tratamentos e 7 repetições, sendo cada planta uma repetição. Os tratamentos consistiram em diferentes intensidades de raleio manual representados pelo número de frutos deixados nas panículas do ramo terminal, sendo: T1: 3 frutos/ramo; T2: 6 frutos/ramo; T3: 9 frutos/ramo; T4: 12 frutos/ramo; T5: sem raleio (controle. Analisaramse o comprimento longitudinal e equatorial dos frutos (cm, a massa de fruto (g; a massa da casca, polpa e semente (g; o teor de sólidos solúveis totais (ºBrix; a acidez titulável da polpa (% ácido málico; a percentagem de matéria seca da polpa, casca e semente (% e a percentagem de queda natural (%. Observou-se efeito do raleio somente para as variáveis teor de sólidos solúveis totais, percentagem de queda natural e massa de matéria seca da casca, não se justificando o raleio em frutos de lichieira.Original from the southeast of China, the litchi has been presenting significant growth in the areas cultivated in the last years due to the excellent flavor and aroma of the fruits. However, production alternations, associated to the low setting of fruits, are important problems of the culture. The thinning of fruits can contribute to the reduction of the production alternation and increase both the

  18. Modelagem matemática da secagem dos frutos de amendoim em camada delgada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Willian Dias Araujo

    Full Text Available RESUMO Este trabalho teve por objetivo ajustar modelos matemáticos aos dados experimentais da secagem dos frutos de amendoim em camada delgada, submetidos a diferentes temperaturas do ar de secagem. Foram utilizados frutos de amendoim da cultivar IAC 505. Os frutos de amendoim foram submetidos à secagem em estufa de ventilação forçada com diferentes níveis de temperatura (40; 50; 60 e 70 ºC. Aos dados experimentais foram ajustados dez modelos matemáticos tradicionalmente utilizados para representação da cinética de secagem em camada delgada. Baseado nos resultados encontrados, conclui-se que dentre os modelos ajustados aos dados experimentais, o modelo de Page foi o escolhido para representar o fenômeno de secagem em camada delgada dos frutos de amendoim. O coeficiente de difusão efetivo aumenta com a elevação da temperatura, e a sua relação com a temperatura de secagem pode ser descrita pela equação de Arrhenius. As propriedades termodinâmicas entalpia e entropia tiveram seus valores reduzidos com aumento da temperatura do ar de secagem, enquanto que os valores da energia livre de Gibbs aumentam com o aumento da temperatura.

  19. Compostos antioxidantes em frutos de acessos de caramboleira em diferentes ambientes de Pernambuco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Severino de Lira Júnior

    2014-12-01

    Full Text Available A polpa da carambola contém compostos químicos com propriedades antioxidantes importantes à saúde humana, contra o envelhecimento celular e a prevenção de doenças. Este trabalho objetivou avaliar o fruto de acessos de caramboleira quanto às concentrações de compostos antioxidantes. Foram analisadas as concentrações de ácido ascórbico, carotenoides totais, flavonoides, fenólicos totais e taninos em cinco acessos selecionados de carambola, cultivada em três distintas regiões edafoclimáticas de Pernambuco. Os acessos de carambola diferiram significativamente entre si, quanto às concentrações de ácido ascórbico, fenólicos totais e taninos. A significância para os efeitos de ambiente confirmou que os locais de cultivo são heterogêneos, em relação ao potencial produtivo de frutos com diferentes concentrações médias de ácido ascórbico, flavonóis, fenólicos totais e taninos. A interação significativa entre genótipos e ambientes indica que os acessos de carambola apresentam respostas diferenciadas às concentrações de ácido ascórbico, flavonóis, fenólicos totais e taninos, quando cultivadas em diferentes locais. As condições de cultivo da Estação Experimental do IPA Itambé e os acessos IPA-7.2, IPA-22.3 proporcionaram as maiores concentrações de ácido ascórbico, fenólicos totais e taninos.

  20. Produção de frutos e estolhos do morangueiro em diferentes sistemas de cultivo em ambiente protegido

    OpenAIRE

    Fernandes-Júnior, Flavio; Furlani, Pedro Roberto; Ribeiro, Ivan José Antunes; Carvalho, Cassia Regina Limonta

    2002-01-01

    Este trabalho teve por objetivo comparar a produção de frutos e de estolhos do morangueiro (Fragariaxananassa Duch.) cv. Campinas IAC-2712, em função de três sistemas de condução em ambiente protegido (solo, hidropônico-NFT e hidroponia em casca de arroz carbonizada em colunas verticais). O experimento foi realizado no período de junho de 2000 a fevereiro de 2001, na Estação Experimental de Agronomia de Jundiaí (latitude: 23:06'S, longitude: 46:55'W, altitude média: 715 m, clima Cwa), do Inst...

  1. Qualidade de fruto da aceroleira cv. Olivier em dois estádios de maturação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisa Adriano

    2011-10-01

    Full Text Available A acerola é um fruto de grande potencial econômico e nutricional devido ao seu alto teor de vitamina C, destacando-se como alimento funcional. É comercializada principalmente na forma de polpa congelada e fruto in natura. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade dos frutos da aceroleira cv. Olivier em dois estádios de maturação. Para tanto, foram colhidas amostras de frutos em um pomar comercial no município de Junqueirópolis-SP. Foram realizadas a determinação da cor externa dos frutos e análises das características químicas de teor de sólidos solúveis, pH, acidez titulável, açúcares redutores, 'ratio' e ácido ascórbico de frutos semi-maduros e maduros. Os resultados obtidos permitiram concluir que os frutos semimaduros apresentaram maior acidez total, menor teor de sólidos solúveis e menor concentração de açúcares; no entanto, estes frutos apresentaram maiores teores de vitamina C, expressa em ácido ascórbico. Portanto, quando se buscam altos índices de vitamina C, os frutos devem ser colhidos num estádio de maturação menos avançado, com coloração alaranjada. O estudo demonstrou também que a cv Olivier produz frutos com características adequadas tanto para o mercado in natura quanto para a indústria, apresentando boa coloração e características químicas dentro dos padrões para esta fruta.

  2. Avaliação de Fungicidas para o Controle de Antracnose em Folhas de Pupunheira (Bactris gasipaes Evaluation of Fungicides for Controlling Anthracnose on Leaves of Peach Palm (Bactris gasipaes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dauri José Tessmann

    2011-03-01

    Full Text Available

    A antracnose, causada pelo fungo <em>Colletotrichum gloeosporioidesem>, é uma doença foliar importante da pupunheira (<em>Bactris gasipaesem> nas fases de muda e planta jovem. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência de fungicidas químicos no controle de antracnose em folhas de pupunheiras jovens, no Noroeste do Paraná. O ensaio foi conduzido com o delineamento experimental  em blocos ao acaso, com cinco tratamentos com fungicidas e uma testemunha  sem fungicida, com quatro repetições. Foram utilizados os fungicidas chlorotalonil (2 g L-1, chlorotalonil+tiofanato metílico (1 + 0,4 g L-1, tebuconazole (0,2 g L-1, azoxistrobina (80 mg L-1 e calda Viçosa (3 g L-1 de ácido bórico; 5 g L-  de sulfato de cobre; 6 g L-1 de sulfato de zinco; 3,5 g L-1 de cal hidratada. Cada fungicida foi pulverizado cinco vezes, com intervalo de 15 a 20 dias entre as aplicações. Verificou-se que todos os tratamentos com fungicidas proporcionaram redução estatisticamente significativa na intensidade da doença em relação à testemunha sem fungicida (P=0,05. Os fungicidas mais eficientes no controle da doença foram chlorotalonil e a mistura de tiofanato metílico+chlorotalonil.  
    Leaf anthracnose, caused by <em>Colletotrichum loeosporioides>, is the most important disease of seedlings and young peach palm plants (<em>Bactris gasipaesem>. The objective of this study was to evaluate efficacy of some fungicides for controlling anthracnose on leaves of young peach palm (<em>Bactris gasipaesem>, in Northwestern Paraná State, Brazil. An assay with randomized block design was carried out, with five different fungicides and a control, with four replicates. The fungicide evaluated were: chlorotalonil (2 g L- , chlorotalonil+methyl tiophanate (1 + 0,4 g L-1, tebuconazole (0,2 g L-1, azoxystrobin (80 mg L-1 and calda Viçosa (boric acid 3 g L-1; copper sulfate 5 g L-1; zinc sulfate 6 g L-1; hydrated lime

  3. Produção de frutos e estolhos do morangueiro em diferentes sistemas de cultivo em ambiente protegido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernandes-Júnior Flavio

    2002-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo comparar a produção de frutos e de estolhos do morangueiro (Fragariaxananassa Duch. cv. Campinas IAC-2712, em função de três sistemas de condução em ambiente protegido (solo, hidropônico-NFT e hidroponia em casca de arroz carbonizada em colunas verticais. O experimento foi realizado no período de junho de 2000 a fevereiro de 2001, na Estação Experimental de Agronomia de Jundiaí (latitude: 23:06'S, longitude: 46:55'W, altitude média: 715 m, clima Cwa, do Instituto Agronômico, seguindo-se o delineamento de parcelas subdivididas com três repetições, em casa de vegetação modelo semi-arco com abertura zenital superior. Nos dois sistemas hidropônicos foram usadas duas composições de soluções nutritivas, respectivamente, para a fase de crescimento vegetativo e para a produção de frutos. Os resultados obtidos permitiram concluir que no sistema vertical, embora as produções de frutos e de estolhos por planta tenham sido menores que nos demais sistemas estudados, há possibilidade de melhor aproveitamento interno do ambiente protegido, com reflexos positivos no aumento do rendimento por área e maior facilidade de manejo da cultura, incluindo as operações de transplante, limpeza das plantas e colheitas de frutos e remoção de estolhos. Essas vantagens também se aplicam ao sistema hidropônico-NFT mesmo não tendo apresentado diferenças de produção em relação ao cultivo convencional.

  4. Qualidade pós-colheita do fruto caqui (DIOSPYRUS KAKI L.) , CV. FUYU, produzido em Porto Amazonas Pr

    OpenAIRE

    Luciane Curtes Porfírio da Silva

    2008-01-01

    O armazenamento sob refrigeração é a principal tecnologia para retardar o metabolismo e consequentemente controlar a maturação e minimizar a deterioração de frutos. No entanto, o caqui por ser sensível ao frio, pode desenvolver desordens fisiológicas, dependendo da temperatura e do período de armazenagem. Assim, considerando a importância comercial do caqui Fuyu, essa pesquisa teve por meta fazer uma contribuição ao conhecimento relacionado com a pós-colheita desse fruto. Em frutos de uma ...

  5. Desenvolvimento dos frutos de lulo (Solanum quitoense LAM, em Viçosa-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pedro Henrique Monteiro Matarazzo

    2013-03-01

    Full Text Available O lulo é um fruto tropical e exótico, originário dos Andes, tem cor laranja quando maduro, e é uma baga globosa, assemelha- se a um tomate, o epicarpo é grosso e coriáceo, sua polpa é verde-clara, pegajosa, ácida e suculenta, contendo muitas sementes. Objetivou-se acompanhar as características físicas, químicas e fisiológicas ocorridas durante o desenvolvimento do fruto de lulo, da antese ao amadurecimento completo, em Viçosa-MG. Os frutos apresentaram um padrão de crescimento sigmoidal simples em resposta à variação do tempo. O desenvolvimento do fruto foi dividido em três fases. A primeira foi até os 7,39 dias após a antese (DAA, sendo caracterizada pela alta taxa respiratória, provavelmente devido à intensa multiplicação celular, e o pericarpo apresentava coloração verde-clara. A segunda fase estendeu-se a partir dos 7,39 até os 57,63 DAA, sendo caracterizada pelas taxas máximas das características estudadas. A taxa respiratória cresceu até 45 DAA, mantendo-se estável até os 52 DAA. A última fase estendeu-se a partir dos 57,63 DAA até os 95,00 DAA. Essa fase foi caracterizada pela estabilização nas dimensões e no acúmulo de massa fresca. Nesse período, ocorreu a ascensão climatérica (dos 52 aos 59 DAA. O climatério respiratório ocorreu aos 66 DAA, com pico de produção de CO2 de 110,99 mg de CO2 kg-1h-1. O pós-climatério ocorreu dos 73 aos 95 DAA, quando houve aumento no teor de sólidos solúveis e queda da acidez titulável e vitamina C da polpa. Nessa fase, o pericarpo dos frutos apresentava-se com coloração alaranjada.

  6. FITOQUÍMICOS BIOATIVOS EM FRUTOS DE GENÓTIPOS DE CAJÁ-UMBUZEIRAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aldenise Chagas Curvêlo Gonçalves MOREIRA

    2012-04-01

    Full Text Available Com o objetivo de quantificar os fitoquímicos bioativos em cajá-umbu foram utilizadas polpas de frutos de 4 genótipos (G 2.2, G 2.3, G 3.1 e G 3.2 procedentes do Banco de Germoplasma do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA. Os teores de fenólicos, flavonoides e flavonóis totais e taninos condensados foram quantificados por método espectrofotométrico, de ácido ascórbico por método titulométrico e de carotenoides por método cromatográfico e espectrofotométrico. Os genótipos apresentaram teores de fenólicos totais de 110,61 a 188,86mg equivalente em ácido gálico 100g-1, flavonoides de 1,95 a 2,37mg em equivalente de catequina 100g-1, flavonóis de 2,59 a 2,80mg em equivalente de quercetina 100g-1 e taninos condensados de 42,77 a 48,24mg em equivalente de catequina 100g-1. Os frutos apresentaram baixos teores de ácido ascórbico (6,1 a 7,3mg 100g-1 e de carotenoides (6,67 a 11,44μg g-1. O β-caroteno-5,6-5’6’-diepóxido foi o componente majoritário dos genótipos G 2.2, G 2.3 e G 3.1, enquanto que a luteína-5,6 epóxido foi encontrada em maior quantidade no G 3.2. Assim, embora os frutos dos genótipos tenham exibido variações nos teores dos fitoquí- micos bioativos, apresentam em sua constituição quantidades relevantes destes compostos, podendo contribuir com o aporte de antioxidante dietético.

  7. Intoxicação experimental pelos frutos de uva-Japão, Hovenia dulcis (Rhamnaceae, em bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thalita C. Cardoso

    2015-02-01

    Full Text Available Hovenia dulcis Thunberg (uva-Japão é uma árvore caducifolia nativa da China e de alguns lugares do Japão. Nos últimos anos essa planta foi utilizada como forma de sombreamento para aviários no Oeste e Meio-Oeste de Santa Catarina e passou a disseminar-se por toda a região. Os bovinos comem avidamente seus frutos maduros quando caem ao chão. Suspeitas de intoxicação ocorreram no outono e início de inverno e coincidiam com a maturação dos frutos. A doença foi reproduzida em 2004 por outros autores através da administração dos frutos a bovinos, em dose única de 24,5g/kg. Nos anos subsequentes não ocorreram reclamações sobre a intoxicação pelos frutos dessa planta, embora, muitos criadores afirmavam que os bovinos, na temporada de maturação, continuavam a ingerir os frutos. Experimentalmente, nove bovinos que receberam frutos da planta em doses únicas entre 30 e 50g/kg, apenas dois bovinos adoeceram gravemente e um morreu. O quadro clínico e as lesões foram semelhantes à intoxicação reproduzida em 2004; porém, a dose necessária para reproduzirmos a doença foi 100% superior à dose tóxica preconizada como letal em 2004.

  8. Effect of fungicides and alternative products in control of anthracnose and black spot of guavaEfeito de fungicidas e produtos alternativos no controle da antracnose e da pinta preta da goiaba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Herman Fischer

    2012-12-01

    dez fungicidas nas concentrações de 1, 10 e 100 mg L-1 de ingrediente ativo em meio de cultura batata-dextrose-ágar. A eficácia dos fungicidas azoxistrobina + difenoconazol, ciproconazol, piraclostrobina, tebuconazol e tebuconazol + trifloxistrobina, aplicados no campo para o controle da incidência das doenças e da severidade da antracnose, foi avaliada em frutos coletados em três estádios de maturação. Em tratamento pós-colheita, por imersão dos frutos, foram avaliados os produtos ácido cítrico, ácido peracético, ácido salicílico, bicarbonato de sódio, dióxido de cloro, Ecolife® e quitosana. Os fungicidas azoxistrobina + difenoconazol, piraclostrobina, tebuconazol e tebuconazol + trifloxistrobina foram altamente eficientes em inibir o crescimento micelial in vitro de G. psidii e moderadamente a altamente eficientes em inibir C. acutatum e C. gloeosporioides. Em condições de campo, o fungicida azoxistrobina + difenoconazol foi eficiente no controle da antracnose e da pinta preta em frutos no estádio 3 de maturação (cor da casca verde-amarela. Os produtos testados no controle curativo pós-colheita da antracnose e da pinta preta foram ineficazes dentro das condições avaliadas.

  9. Controle pós-colheita da antracnose do maracujazeiro: amarelo com aplicação de óleo de copaíba

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sebastião Elviro de Araújo Neto

    2014-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de óleo essencial de copaíba no controle da antracnose, nos frutos do maracujazeiro-amarelo, e comparar sua ação fungicida/fungistática in vitro com o óleo resina de copaíba. No experimento in vivo, os frutos foram inoculados com uma suspensão de esporos da ordem de 10(6 conídios mL-1 e 1% de Tween 80, acondicionados em bandejas de polipropileno e colocados em câmara incubadora com temperatura de 25ºC e 90% de umidade relativa do ar. Passadas 24 horas da inoculação, pulverizou-se óleo essencial nas seguintes concentrações: T1= 0 mL L-1; T2= 0,25 mL L-1; T3= 0,5 mL L-1; T4= 0,75 mL L-1; T5= 1,0 mL L-1, sendo avaliados a perda de massa do fruto, a severidade da antracnose e o número de lesões, ambas aos seis dias. Para o experimento in vitro, utilizou-se do meio de cultura batata-dextrose-ágar (BDA que, após ser esterilizado em autoclave (120 ºC, recebeu óleo essencial e óleo resina de copaíba (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mL L-1. Após o resfriamento do meio de cultura, foi repicado para o centro da placa um disco de micélio de 12,5 mm de diâmetro de Colletotrichum gloeosporioides; e as placas, incubadas a 25ºC e 90% de umidade. A aferição do crescimento micelial foi verificada com o auxílio de paquímetro analógico, após sete dias de crescimento micelial. O óleo essencial de copaíba, nas concentrações de 0,25 mL L-1 a 1.0 mL L-1, não foi eficaz no controle pós-colheita do fungo da antracnose in vivo e na perda de massa dos frutos de maracujá. O óleo resina de copaíba inibiu o crescimento de C. gloeosporioides in vitro de forma mais eficiente que o óleo essencial de copaíba.

  10. CARGA ÓTIMA DE FRUTOS NA MACIEIRA ‘PRINCESA’ DE BAIXO REQUERIMENTO EM FRIO INVERNAL:RESULTADOS PRELIMINARES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    DAMIÁN CÉSAR CASTRO

    2015-06-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da carga de frutos sobre a produção total, calibre, massa média, comprimento dos ramos e intensidade da frutificação no ano seguinte, em plantas de macieira (Malus × domesticaBorkh. cv. ‘Princesa’. Durante os anos de 2009 e 2010, as infrutescências foram submetidas a raleio manual, deixando nas árvores uma carga de 1 a 9 frutos por centímetro quadrado de superfície do tronco (FCQ. A produção total aumentou com o incremento da carga frutífera desde 1 a 9 FCQ, enquanto a massa média dos frutos diminuiu no mesmo intervalo. A quantidade de frutos pequenos aumentou até atingir 10% do total nas plantas de maior carga e a proporção de frutos de tamanho médio cresceu, alcançando 35% do total da produção. No entanto, a quantidade de frutos grandes não foi afetada pelo nível de carga, mantendo-se em maior proporção com relação ao total colhido (˜66%. O crescimento dos ramos, até 60 dias após a colheita, esteve negativamente afetado pela intensidade de carga. Observouse que não houve alternância de safra no ano seguinte ao experimento. A carga ótima para minimizar a produção de frutos pequenos, alcançando a maior produção total sem debilitar as árvores, pode-se atingir no intervalo entre 5 e 9 FCQ.

  11. RESÍDUOS DE FENITROTION EM FRUTOS E FOLHAS DE TOMATEIRO (Lycopersicon esculentum Mill ESTAQUEADO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M.A. PIZANO

    1998-05-01

    Full Text Available Estudou-se o comportamento dos resíduos de fenitrotion em frutos e folhas de tomateiro estaqueado, através de cromatografia gasosa. O experimento de campo foi instalado quando as plantas tinham 90 dias após o transplante das mudas, e constou de quatro tratamentos: (1 uma aplicação de fenitrotion em dosagem simples, de 100 g i.a./100 litros de água, (2 uma aplicação em dosagem dobrada, de 200 g i.a./100 litros de água, (3 quatro aplicações espaçadas de sete dias, na dosagem simples e (4 testemunha. As amostras de fruto e folha foram colhidas um dia antes da aplicação (-1 e aos zero , 1, 2, 3, 5, 7 e 14 dias após. Basicamente, a metododogia para análises dos resíduos dos frutos e das folhas constou da extração com acetona e partição em clorofórmio; limpeza dos extratos em coluna de florisil (no caso de folhas e eluição procedida com benzeno. As determinações quantitativas foram feitas por cromatografia gasosa, usando-se detector fotométrico de chama com filtro específico para fósforo. Os resíduos nas folhas foram sempre maiores do que os dos frutos (cerca de 80 vezes, em média durante todo o período de colheita das amostras. Os valores de meia-vida de degradação de fenitrotion em frutos e folhas foram: 1,6 a 1,9 e 0,7 a 0,8 dia, respectivamente, mostrando uma diminuição mais rápida dos resíduos em folhas. As meias-vidas de persistência foram semelhantes para os dois substratos: 4,2 a 7,3 e 5,6 a 6,2 dias, respectivamente. Os resíduos encontrados nos frutos logo após a aplicação, foram menores que a tolerância oficial (0,5 ppm para os tratamentos que utilizaram 100 g i.a./100 litros em uma ou quatro pulverizações espaçadas de sete dias. Uma única aplicação de 200 g i.a./100 litros resultou em resíduos menores que 0,5 ppm, desde um dia após a aplicação.The behavior of fenitrothion in fruits and leaves of staked tomato plants was studied with gas chromatography. The field experiment begun when

  12. Previsão do número de frutos a partir da quantidade de estruturas reprodutivas em laranjeiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Glauco de Souza Rolim

    2008-03-01

    Full Text Available O trabalho buscou testar a hipótese de que o número final de frutos (nº/m³ depende da quantidade de botões florais, flores e/ou chumbinhos que ocorreram previamente. Esta hipótese baseia-se na premissa de que a planta integraliza as condições edafoclimáticas disponíveis para seu crescimento e desenvolvimento. A hipótese foi testada em laranjeira "Valência" (Citrus sinensis (L. Osbeck. enxertada em: tangerineira "Cleópatra" (VCL (Citrus reshni Hort. ex Tan. e limoeiro "Cravo" (VCR (Citrus limonia Osbeck. Foram avaliadas as seguintes relações entre as estruturas reprodutivas: Frutos= f(Chumbinhos; Frutos= f(Flores; Frutos= f(Botões; como também Flores= f(Botões, e Chumbinhos= f(Flores; além de Frutos= f(flores do lado noroeste para a VCL, e Frutos= f(botões do lado noroeste para VCR sugeridos por análise de cluster. As avaliações do número de estruturas reprodutivas foram realizadas nos quatro pontos cardeais da copa (1m³/setor. Devido aos elevados valores de R², índice de concordância (d e relativos baixos erros absolutos percentuais médios (EAPM, resultantes de regressão exponencial, em relação a: Flores = f(botões (R²=0,85 e R²=0,82; d= 0,95 e d= 0,95; EAPM= 15,2% e EAPM= 19,1%, para VCL e VCR, respectivamente e principalmente ao número de frutos (por exemplo: Frutos = f(botões; (R²=0,62 e R²=0,71; d= 0,89 e d= 0,88; EAPM= 5,0% e EAPM= 2,1%, para VCL e VCR, respectivamente, verificou-se que a hipótese proposta é verdadeira, ou seja, é possível a estimativa do número futuro de frutos, a partir do número atual de estruturas reprodutivas (botões florais e flores.

  13. Ação e caracterização química de óleos essenciais no manejo da antracnose do maracujá

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Fernandes Aquino

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar dois métodos de inoculação de Colletotrichum gloeosporioides em maracujá, testar a patogenicidade de diferentes isolados, o efeito fungitóxico e a composição química dos óleos essenciais das espécies medicinais alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham., capim-santo [Cymbopogon citratus (D. C. Stapf.], alfavaca-cravo (Ocimum gratissimum L., no controle da antracnose [Colletotrichum gloeosporioides (Penz.], associado ao estádio de maturação de frutos de maracujazeiro-amarelo. Avaliaram-se três experimentos, onde se testou a patogenicidade de seis isolados do fungo em delineamento inteiramente casualizado, com seis repetições, outro com o mesmo delineamento em esquema fatorial 2x2 (suspensão de conídios e disco de micélio e frutos (verdes e maduros, com seis repetições. No tratamento com frutos, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x3+1, sendo cinco concentrações (0; 2; 4; 6 e 8µL mL-1 e três espécies medicinais, mais o tebuconazol, com cinco repetições. Fez-se a caracterização química dos óleos por cromatografia gasosa, com espectrometria de massas. Todos os isolados foram patogênicos. Os frutos maduros apresentaram maior diâmetro das lesões, quando inoculados com suspensão de conídios. O óleo de C. citratus proporcionou o menor diâmetro das lesões nos frutos, até a concentração de 6 µL mL-1. Na concentração de 8 µL mL-1, todos os óleos inibiram o desenvolvimento do fungo. O timol (30,24%, o citral (77,74% e o eugenol (92,89% foram componentes majoritários em L. sidoides, C. citratus e O. gratissimum, respectivamente.

  14. Qualidade pós-colheita de frutos de tomateiro submetidos a preparados em altas diluições

    OpenAIRE

    Modolon,Tatiani A; Boff,Pedro; Rosa,Joatan M da; Sousa,Paulina Mariele R de; Miquelluti,David José

    2012-01-01

    Frutos de tomateiro são sensíveis ao manuseio e sua qualidade é afetada pelo sistema de cultivo e pelas práticas de conservação pós-colheita. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de preparados em altas diluições nos atributos indicadores da conservação pós-colheita de frutos de tomateiro. O trabalho consistiu em experimento a campo no ciclo produtivo 2009/2010 e ensaio de laboratório em pós-colheita. Os preparados avaliados, em aplicações a campo, foram os nosódios de tomateiro e de...

  15. Produtividade e acúmulo de nitrato nos frutos de abobrinha em função da adubação nitrogenada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lima Alves Pôrto

    2012-01-01

    Full Text Available Apesar da importância da abobrinha em termos comerciais e alimentícios, poucos estudos têm sido realizados em relação à adubação nitrogenada da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade e o acúmulo de nitrato nos frutos da abobrinha (cv. Caserta em função da adubação nitrogenada. O experimento foi desenvolvido no delineamento de blocos casualizados, com cinco doses de (0; 50; 100; 200 e 400 kg ha-1, com quatro repetições. Foram avaliados: número de frutos por planta, massa média de frutos, produtividade da cultura e acúmulo de nitrato nos frutos. Todas as características avaliadas foram significativamente influenciadas (p<0,01 pelas doses de N. Os valores máximos do número de frutos por planta (7,7 unidades, massa média de frutos (240 g fruto-1 e produtividade de frutos (29,88 t ha-1 foram obtidos com 323, 265 e 331 kg ha-1 de N, respectivamente. A dose de máxima eficiência econômica de N para a cultura da abobrinha foi de 322 kg ha-1, resultando em uma produtividade de frutos de 29,86 t ha-1. O teor de nitrato nos frutos proporcionou incremento linear em função das doses de N verificando-se, com a dose máxima, o teor na matéria fresca de fruto de 162 mg kg-1 de nitrato, valor que não representa risco para saúde humana.

  16. Caracterização morfológica e fisiológica de isolados de Colletotrichum sp. causadores de antracnose em solanáceas Morphological and physiological characterization of Colletotrichum sp. isolates from solanaceous crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo J. Tozze Júnior

    2006-03-01

    Full Text Available A antracnose é uma doença freqüente nas hortaliças solanáceas. O agente causal é reportado como o fungo Colletotrichum gloeosporioides. Neste trabalho caracterizou-se a morfologia e a fisiologia de Colletotrichum sp. obtidos de pimenta, pimentão e jiló. A caracterização morfológica se baseou no tamanho e forma dos conídios e na forma dos apressórios de 30 isolados. A caracterização fisiológica foi baseada no crescimento em diferentes temperaturas, utilização de diferentes fontes de carbono e sensibilidade ao fungicida benomyl. Quinze isolados foram cultivados em meio BDA, nas temperaturas de 10, 15, 20, 25, 28, e 30ºC. Trinta e dois isolados foram cultivados em meio mínimo acrescido de glicose, frutose, lactose, maltose, sacarose ou amido. Além disso, 43 isolados foram cultivados em meio BDA suplementado com 0, 1, 10 e 100 mig/mL de benomyl. Os isolados de jiló apresentaram menor sensibilidade ao benomyl e predominância de conídios fusiformes, com ápices afilados e menores dimensões, características semelhantes às citadas para C. acutatum. Os isolados de pimentão e pimenta apresentaram alta sensibilidade ao benomyl e predominância de conídios cilíndricos com ápices arredondados, características citadas para C. gloeosporioides. Apressórios de formato irregular, circular e ovalado foram observados independente do hospedeiro de origem do isolado. O amido foi a fonte de carbono que proporcionou maior desenvolvimento micelial para a maioria dos isolados. A temperatura ótima de desenvolvimento, para todos os isolados, foi próxima a 25ºC, exceto para um único isolado de pimenta, com maior desenvolvimento a 28ºC. A velocidade de crescimento micelial para todos os isolados, em todas as temperaturas testadas, foi semelhante à apresentada pelo isolado padrão de C. acutatum usado no teste. Os isolados de pimentão e pimenta foram os que mostraram maior variabilidade para as características estudadas. Finalmente

  17. Intoxicação experimental pelos frutos de Xanthium cavanillesii (Asteraceae em bovinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Colodel Edson M.

    2000-01-01

    Full Text Available Os frutos moídos de Xanthium cavanillesii Schouw, foram administrados por via oral, em doses única ou repetidas, com intervalo semanal, a onze bovinos. Desses, quatro morreram. Doses únicas a partir de 5 g/kg foram letais para bovinos. Dose de 3 g/kg produziu sinais clínicos e recuperação em um bovino. Repetições de 4 doses de 3 g/kg para um bovino e 2 doses de 5 g/kg para outro bovino não foram tóxicas. Foram constatadas hipoglicemia e elevação dos níveis séricos de aspartato aminotransferase (AST nos bovinos que apresentaram sinais clínicos da intoxicação. Os primeiros sinais clínicos nos animais que morreram foram observados entre 6 e 12 horas após a administração dos frutos. A evolução do quadro clínico variou entre 5h30min e 8 horas. O quadro clínico foi semelhante nestes animais sendo que os principais sinais clínicos foram anorexia, apatia, salivação profusa e tremores musculares. Ocorreram também hipomotilidade e atonia ruminal, cólicas abdominais, gemidos freqüentes, ranger de dentes, sudorese generalizada e endoftalmia. As alterações de locomoção observadas foram incoordenação motora, instabilidade do trem posterior, decúbito permanente com movimentos de pedalagem, espasmos musculares e opistótono. As alterações respiratórias foram aumento da freqüência respiratória, respiração laboriosa com ruídos e momentos de apnéia. Finalmente ocorria perda do reflexo palpebral, ausência de reflexo pupilar e morte. No bovino que se recuperou, os primeiros sinais clínicos foram observados 18 horas após a administração e evoluíram num período de aproximadamente 72 horas. Neste bovino, através de biópsias hepáticas, observou-se necrose hepática coagulativa centrolobular associada a congestão e hemorragias. Necrose hepática coagulativa massiva foi observado por biópsias hepáticas em um bovino que morreu, a partir de 12 horas após a administração dos frutos, associada com altera

  18. ÁCIDOS FENÓLICOS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE EM FRUTO DE PHYSALIS PERUVIANA L

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ismael Ivan ROCKENBACH

    2009-06-01

    Full Text Available

    Physalis peruviana (physalis é uma fruta exótica com produção crescente no Brasil, havendo poucos trabalhos científicos realizados sobre a mesma. O objetivo deste estudo foi investigar o potencial antioxidante da fruta physalis e seu perfil de ácidos fenólicos. Foram determinados o conteúdo total de compostos fenólicos através do método Folin-Ciocalteau e a atividade antioxidante através do método ABTS (2,2´azino-bis-3-etilbenzotiazolin 6-ácido sulfônico em diferentes extratos. O perfil de ácidos fenólicos presentes em diferentes frações na fruta também foi determinado. O teor de compostos fenólicos totais obtido para o extrato metanólico foi de 57,9 mg GAE 100g-1 fruta fresca e a atividade antioxidante de 31 μMol g-1. Foram encontrados 10 ácidos fenólicos nas três frações avaliadas, predominando os ácidos salicílico e protocatequínico. A fração de ácidos fenólicos esterificados solúveis apresentou maior conteúdo de fenólicos totais (346,1 mg 100g-1 refletindo na maior atividade antioxidante, expressa como valor TEAC (185,3 μMol 100g-1. Os resultados obtidos mostraram alto conteúdo de fenólicos totais e considerável atividade antioxidante para o fruto physalis, comparáveis a diversas outras frutas tradicionalmente consumidas no Brasil. Assim, o fruto physalis pode ser considerado uma boa fonte de compostos antioxidantes naturais.

  19. Estrutura e desenvolvimento de canais secretores em frutos de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Machado Silvia Rodrigues

    2001-01-01

    Full Text Available As cavidades secretoras no fruto de Schinus terebinthifolius foram analisadas aos microscópios de luz e eletrônico de transmissão. Estas cavidades são complexas e constituídas por epitélio multiestratificado que circunda o lume preenchido por secreção viscosa e por células epiteliais isoladas. Cada cavidade é circundada externamente por duas ou três camadas de células menores que as adjacentes achatadas, radialmente e que progressivamente diferenciam-se em epiteliais. As cavidades secretoras iniciam-se por esquizogênese e desenvolvem-se pelo processo esquizo-lisígeno. O lume inicia-se pela dissolução da lamela média entre um grupo de células precursoras dispostas em roseta; sua ampliação é decorrente da separação das células internas desta roseta. As células epiteliais jovens possuem citoplasma denso com mitocôndrias conspícuas, retículo endoplasmático rugoso extensivo, numerosos corpos multivesiculares e plastídeos modificados. Grumos de material eletron-denso, destituídos de membrana, ocorrem no citoplasma periférico, espaço periplasmático, bem como dispersos no lume da cavidade. À medida que a diferenciação progride, as células epiteliais mais internas são continuamente liberadas para o lume, onde sofrem degeneração. A lisogênese destas células acrescenta materiais à secreção e permite, também, o alargamento da cavidade. As evidências deste trabalho indicam que a secreção nos frutos de S. terebinthifolius é eliminada pelos mecanismos écrino e holócrino.

  20. TAMANHO ÓTIMO DE AMOSTRAS DE FRUTOS E DE SEMENTES PARA DETERMINAÇÃO DA POLIEMBRIONIA EM CITROS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CATIANE QUEIROZ DE JESUS SANTOS

    2015-03-01

    Full Text Available RESUMO Poliembrionia e apomixia nucelar são atributos importantes, tanto no melhoramento e seleção de porta-enxertos de citros, como para sua multiplicação comercial. Avaliou-se a poliembrionia e estimouse o tamanho ótimo de amostras de frutos e de sementes de genótipos de citros para determinar o número de sementes por fruto, número de embriões por semente e taxa de poliembrionia. As plantas-matrizes que forneceram os frutos e sementes estão instaladas na Embrapa Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas, Bahia. Avaliaram-se: tangerineiras ‘Sunki Tropical’, ‘Sunki Maravilha’, ‘Sunki da Flórida’, ‘Sunki Comum’, ‘Dancy’ e ‘Cleópatra’; limoeiros ‘RugosoJambhiri’, ‘Rugoso da Flórida’, ‘Rugoso Comum’, ‘Volkameriano Lagoa Grande’ e ‘Cravo Santa Cruz’; e os híbridos limoeiro ‘Cravo’ x tangerineira ‘Sunki Maravilha’, tangerineira ‘Sunki da Flórida’ x citrangequat ‘Thomasville’ e híbrido de limeira-ácida ‘Tahiti’ obtido por polinização aberta. Os resultados foram submetidos à análise estatística descritiva, estimando-se equações de máxima curvatura para determinação de tamanho ótimo de amostras de frutos e de sementes a partir de 20 ou 100 frutos e de 156 sementes por variedade, respectivamente. A produção de sementes e a poliembrionia variaram expressivamente entre os genótipos avaliados, podendo estes serem classificados em cinco grupos de produção de sementes e de taxa de poliembrionia, respectivamente, compreendendo os intervalos de 2 a 28 sementes e de 12 a 100%. O tamanho ótimo estimado para as amostras foi de nove frutos uniformes, dez e 23 sementes, para determinar, respectivamente, o número médio de sementes por fruto, o número médio de embriões por semente e a taxa de poliembrionia por contagem direta, pois esses valores representam os tamanhos ótimos que atendem a todos os grupos de variedades estudadas.

  1. Compostos fenólicos e capacidade antioxidante em frutos de tomateiros mutantes fotomorfogenéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tiago Dias

    2015-05-01

    Full Text Available Compostos fenólicos e capacidade antioxidante são mecanismos de defesa das plantas aos danos do estresse oxidativo. Os compostos fenólicos são sintetizados pela via dos fenilpropanoides, cuja enzima chave, fenilalanina amônia liase, é influenciada pela luz e ação de fotorreceptores, como o fitocromo. O objetivo do presente trabalho é avaliar a concentração de compostos fenólicos e a capacidade antioxidante de frutos de microtomateiro selvagem, cultivar "Micro-Tom" (MT, e seus mutantes fotomorfogenéticos high pigment 1 (hp1, super-responsivo a eventos mediados por luz e aurea (au, deficiente quantitativo em fitocromos. Vinte frutos maduros de cada genótipo (MT, hp1 e au foram utilizados para as análises, realizadas em triplicata. Para quantificação dos compostos fenólicos totais, foi utilizado o método de Folin-Ciocalteu e a capacidade antioxidante foi realizada pelos métodos Ferric Reducing Antioxidant Power (FRAP e 2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl (DPPH. Os frutos do mutante hp1 apresentaram maiores conteúdos de compostos fenólicos totais e também maior capacidade antioxidante em relação à cultivar selvagem ("MT" e ao mutante au, o qual não diferiu significativamente da cultivar "MT".

  2. Efeito do fogo na produção de frutos de Qualea parviflora Mart. (Vochysiaceae em cerrado sensu stricto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Cesar Palermo

    2012-08-01

    Full Text Available Entre os muitos efeitos causados por queimadas nas espécies arbóreas nativas do Cerrado, a alteração da produção de frutos tem destaque, pois implica diretamente na manutenção de populações locais. O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito de uma queimada prescrita na produção de frutos de Qualea parviflora Mart. em área de Cerrado sensu stricto em Brasília, DF. Foram utilizadas duas áreas de Cerrado sensu stricto, uma submetida a regime de queima bienal em agosto (queimada e outra protegida contra a queima há 14 anos (controle. Em cada área, 10 indivíduos reprodutivos foram selecionados e a sua produção de botões florais, flores e frutos, acompanhada durante 22 meses. Dois meses após uma queimada prescrita em 26 de agosto de 2008, a produção de estruturas reprodutivas foi maior na área queimada do que na área-controle. Contudo, a proporção de botões que geram flores e frutos ("fruit set" foi a mesma nas duas áreas. Na estação reprodutiva seguinte, um ano após a queima não houve produção de inflorescências na área queimada. No entanto, na área-controle a produção de frutos foi maior do que no período anterior. A ausência de produção de flores nos indivíduos da área queimada um ano após o fogo sugere que Q. parviflora pode necessitar de mais de um ano para retornar ao seu ciclo normal de reprodução, indicando que os efeitos de médio e de longo prazo devem ser considerados ao se usar o fogo como instrumento de manejo para redução do combustível em áreas de Cerrado.

  3. Caqui cv. 'Mikado': análise de compostos voláteis em frutos adstringentes e destanizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maristella Martineli

    2013-08-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi determinar os compostos voláteis em frutos de caqui Mikado adstringentes e destanizados, em dois períodos de armazenamento, utilizando microextração em fase sólida (MEFS, fibra DVB/CAR/PDMS por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG-EM. A partir dos resultados foi possível observar diferenças na composição volátil em frutos adstringentes e destanizados de caqui Mikado, com perdas em ambas as amostras. A remoção da adstringência com exposição ao álcool promoveu aumento dos voláteis no 1o dia após a destanização. Os compostos voláteis de caqui Mikado são representados, majoritariamente, por hidrocarbonetos terpênicos, seguidos de ésteres de cadeia linear.

  4. Qualidade pós-colheita de frutos de tomateiro em função de fontes de cálcio

    OpenAIRE

    Vilas Boas, Alexandre Arbex de Castro

    2015-01-01

    A podridão apical (PA) ou podridão estilar (PE), responsável por perdas severas na tomaticultura, é um distúrbio fisiológico causado pela deficiência de cálcio (Ca) em frutos de tomateiro. Este distúrbio é caracterizado pelo aparecimento de um ponto necrótico marrom que evolui para manchas necróticas e encharcadas na parte distal dos frutos sendo que seus sintomas começam a ser observados já nos frutos verdes, geralmente algumas semanas após a antese. O controle para esta desordem fisiológic...

  5. Termoterapia para o controle de patógenos em pós-colheita em frutos da cajazeira = Thermotherapy for post harvest pathogens on Spondias fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique de Brito

    2008-01-01

    Full Text Available O tratamento térmico, principalmente água quente, é método alternativo que tem sido utilizado para o controle de doenças e infestações de insetos em frutos póscolheita. O presente trabalho teve como objetivo determinar a combinação de tempo e temperatura adequada para o controle de fungos de pós-colheita em frutos de cajazeira em atmosfera ambiente. No primeiro tratamento, os frutos foram imersos em água quente e no segundo foram expostos ao vapor a 50°C por 0, 10, 20, 30 e 40 minutos para diferentes lotes de frutos. Foram retiradas de cada fruto/tratamento quatro secções, as quais foram incubadas em placas de Petri com BDA, sendo realizadas as avaliações da incidência de fitopatógenos após 7 dias de incubação. Os resultados obtidos demonstraram uma maior incidência de Rhizophus sp. nos tratamentos avaliados e redução de Aspergillus sp. e Fusariumsp., cujo comportamento foi influenciado pelo tratamento termoterápico, podendo ser indicado os tratamentos vapor e banho-maria a 50ºC a partir de 20 minutos como método alternativo no controle pós-colheita de Aspergillus sp. e Fusarium sp. em frutos da cajazeira.Thermal treatment, mainly hot water, is an alternative method that has been used for diseases and pests infestation in post harvest fruits. The present work aimed to determine a combination of correct time x temperature for post harvest fungus control on Spondias fruits. For the first treatment, fruits were dipped on hot water and, for the second, on hot air, both with 50°C for 0, 10, 20, 30 e 40 minutes for different fruit groups. Four pieces were sectioned from each fruit, per treatment, and incubated in Petri dishes with BDA,being evaluated for fungus incidence after seven days incubation. Obtained results showed higher incidence of Rhizopus sp. on the evaluated treatments, and a reduction of Aspergillus sp. and Fusarium sp., while behaviour was influenced by thermotherapy, indicating air and hot water at 50º

  6. Morphoanatomy and ontogeny of fruit in Bromeliaceae species Morfoanatomia e ontogenia de fruto em espécies de Bromeliaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natividad Ferreira Fagundes

    2010-09-01

    Full Text Available This study aims to give an overall view of fruit structure in Bromeliaceae, since these studies are extremely scarce in this family, showing the morphology, anatomy and ontogeny of fruits of six species belonging to six different genera, representing three subfamilies. All species studied have a tricarpellary and trilocular ovary, with an obturator covering the placental region. Dyckia maritima, Pitcairnia flammea, Tillandsia aeranthos and Vriesea carinata have capsular fruits (septicidal or biscidal, characterized mainly by the presence of macrosclereids in the exocarp or endocarp, fibers in the ventral region of the carpels, six dehiscence lines and three vascular bundles in each carpel. Aechmea calyculata and Billbergia nutans have fruits classified as berries, presenting exocarp and hypodermis as mechanical layers and many vascular bundles in each carpel. Many useful characters for taxonomy of Bromeliaceae were revealed, so fruits are excellent tools for delimitation of genera and subfamilies. In relation to Bromeliaceae capsules, macrosclereids are conspicuous structures of the pericarp and fruit anatomy is greatly related to dehiscence type. The U-shaped cell wall thickenings are a very common character in this family and can be identified as structures also occurring in monocot fruits.O presente estudo objetivou apresentar um panorama acerca da estrutura de frutos em Bromeliaceae, devido à extrema escassez de estudos nessa área; revelando a morfologia, anatomia e ontogenia dos frutos de seis espécies pertencentes a seis gêneros distintos, representativos de três subfamílias. Todas as espécies estudadas apresentam ovário tricarpelar e trilocular, com obturador na região da placenta. Dyckia maritima, Pitcairnia flammea, Tillandsia aeranthos e Vriesea carinata possuem frutos do tipo cápsula (septicida ou biscida, caracterizados pela presença de macroesclereídes no exocarpo ou endocarpo, fibras na região ventral dos carpelos

  7. Controle da antracnose na pós-colheita de bananas-'prata' com produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo José Zimmermann de Negreiros

    2013-03-01

    Full Text Available Produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais foram avaliados no controle da antracnose causada por Colletotrichum musae em pós-colheita de bananas 'Prata' [Musa spp. (AAB]. Foram utilizados buquês com três frutos, com diâmetro médio de 32 mm a 36 mm, no estádio pré-climatérico, com coloração de casca totalmente verde. Os frutos foram pulverizados com uma suspensão de conídios de C. musae, na concentração de 2,5x10(5 conídios/mL e mantidos em câmara úmida a 25 ºC, por 24 horas. Após esse período, foram pulverizados com as caldas dos produtos alternativos extrato cítrico 'Biogermex', óleo de nim 'Organic Neem' e óleo de alho 'Probinatu', na concentração de 10,0 mL/L, óleo de pimenta-longa e óleo de cravo-da-índia na concentração de 5,0 mL/L e quitosana na concentração de 10,0 mg/mL, além do fungicida Tectoï SC (tiabendazol na concentração de 0,65 mL/L. Água destilada foi utilizada como tratamento-testemunha. Os frutos tratados com quitosana, óleo de nim e óleo de alho tiveram a severidade da doença reduzida. O óleo de alho foi o produto mais eficiente, com redução também da incidência da doença. A qualidade dos frutos não foi depreciada por nenhum dos tratamentos alternativos nas concentrações utilizadas.

  8. Fitorreguladores em pereiras europeias: fruit set, produtividade e qualidade de frutos

    OpenAIRE

    Luz, Alberto Ramos

    2012-01-01

    A pera é a terceira fruta de clima temperado mais consumida no Brasil, representando a maior porcentagem no total dos frutos in natura importados pelo país (50,7% da quantidade). A produção brasileira é pouco expressiva, apresentando baixo pegamento de frutos como um dos principais problemas da baixa produtividade das pereiras no sul do Brasil. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo, avaliar os principais fitorreguladores (Promalin®, Viviful®, Retain® e Thidiazuron) para a cul...

  9. Acúmulo de nutrientes em frutos de cafeeiro em duas altitudes de cultivo: micronutrientes Nutrient accumulation in coffee fruits at two at two plantation altitudes: micronutrients

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bruno Galvêas Laviola

    2007-12-01

    Full Text Available Dado à importância de se conhecer a exportação de micronutrientes pelos frutos, bem como, as épocas em que são mais demandados pelo cafeeiro, estudou-se o acúmulo de B, Cu, Fe, Mn e Zn em frutos de Coffea arabica L da antese à maturação, em lavouras estabelecidas em duas altitudes. Estudou-se também a variação no teor desses elementos. Estudou-se o acúmulo de B, Cu, Fe, Mn e Zn em frutos de cafeeiro arábico da antese à maturação em duas altitudes, bem como a variação na concentração dos elementos em folhas dos ramos produtivos. O experimento foi constituído da variedade de cafeeiro (Coffea arabica L. Catuaí IAC 44 cultivada a 720 e 950 m de altitude, no município de Martins Soares-MG. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com três repetições, usando um esquema de parcela subdividida no tempo. O aumento da altitude influenciou o ciclo reprodutivo do cafeeiro, demandando maior tempo para formação dos frutos. O consumo de nutrientes pelos frutos, assim como o enchimento de grãos, foi mais crítico em condições de menor altitude, já que a planta necessitou completar esses processos em menor espaço de tempo. No estádio de expansão rápida, a percentagem de acúmulo de micronutrientes foi maior na altitude de 720 m, comparada à de 950 m. De modo geral, a altitude influenciou a variação das concentrações foliares de nutrientes, apesar de não se ter observado resposta-padrão da concentração foliar ao aumento da altitude. Conclui-se que a altitude teve influência na extensão do ciclo, bem como no acúmulo de micronutrientes em frutos e na variação, das concentrações foliares destes elementos em folhas de cafeeiro.In view of the importance of knowing fruit micronutrients export from the soil, and the season in which its coffee-plant demand is higher, the accumulation of B, Cu, Fe, Mn and Zn in fruits as well as the variation in the leaf content of the elements in productive branches of

  10. Controle da antracnose na pós-colheita de manga 'Ubá' com o uso de produtos alternativos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Moreira Carvalho Lemos

    2013-12-01

    Full Text Available Foi avaliada a eficácia de produtos alternativos aos agroquímicos no controle da antracnose na pós-colheita de mangas 'Ubá'. Frutos fisiologicamente maduros foram pulverizados até o completo molhamento, com suspensão de conídios de Colletotrichum gloeosporioides, na concentração de 2,5 x 10(5 conídios/mL. Após a secagem ao ar, foram pulverizados com água destilada (testemunha, tween 20 (8 mL/L de solução, Prochloraz (1,10 mL de Sportak 450 EC/L de solução, óleo de alho (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20, óleo de amêndoa de Acrocomia aculeata + leite em pó instantâneo (LPI (25 mL/L+ 10 g LPI/L, óleo de amêndoa de A. aculeata + tween (25 mL/L + 8 mL/L de tween 20, biofertilizante agro-mos® (100 µL/L, óleo de neen (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20, quitosana (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20 e biomassa cítrica (10 mL/L + 8 mL/L tween 20.O solvente utilizado foi água destilada. Avaliaram-se o período de incubação, o período latente, a perda de massa fresca, a produção de CO² e, diariamente, a severidade e incidência da doença. Os períodos mais curtos de incubação da doença foram observados nos frutos tratados com óleo de neen, água + tween e biomassa cítrica, com aproximadamente cinco dias. O óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI e agro-mos® foram os produtos que mais retardaram o aparecimento dos sintomas, impondo à doença o período de incubação de nove dias após a inoculação do patógeno. Quanto à severidade, o óleo de amêndoa de macaúba + LPI e o Prochloraz foram os mais eficientes em conter o crescimento do patógeno até o oitavo dia após a inoculação, sendo que, logo depois, os frutos tratados com óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI se igualaram àqueles tratados com a maioria dos demais produtos. Os frutos tratados com óleo de amêndoa de A. aculeata + LPI e óleo de amêndoa de A. aculeata + tween manifestaram as estruturas do patógeno apenas após 13 e 14 dias de avalia

  11. Efeito de óleos essenciais como alternativa no controle de Colletotrichum gloeosporioides, em pimenta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Maria Souto de Sousa

    2012-03-01

    Full Text Available Fungos do gênero Colletotrichum causam doenças conhecidas como antracnose. Métodos alternativos que sejam eficientes e menos agressivos vêm sendo amplamente testados. Dentre estes, surge o interesse pela utilização de óleos essenciais extraídos de vegetais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de óleos essenciais de eucalipto, copaíba, andiroba, babaçu, coco, neem, semente de uva, amêndoa, hortelã e pau rosa, em diferentes concentrações sobre o fungo Colletotrichum gloeosporioides, in vitro e em frutos de pimenta em pós colheita. O experimento in vitro foi realizado utilizando-se cinco concentrações (0,2; 0,4; 0,6; 0,8 e 1,0% dos dez óleos misturados ao meio de cultura BDA. As variáveis analisadas foram a taxa de crescimento micelial e o índice de velocidade de crescimento micelial (IVCM. O ensaio em pós-colheita foi feito com imersão dos frutos de pimenta por 5 minutos, nos mesmos óleos utilizados no experimento anterior, usando-se a maior concentração. O fungo C. gloeosporioides foi inoculado, através de ferimento, logo após a imersão dos frutos. As avaliações foram realizadas diariamente através de medição do diâmetro das colônias e das lesões, tomando-se duas medições em sentidos diametralmente opostos. Pode-se observar que no experimento in vitro todos os óleos, com exceção dos óleos de babaçu, semente de uva e amêndoa, tiveram excelentes resultados inibindo o crescimento do fungo. No resultado obtido em pós-colheita foi observado que apenas o óleo de babaçu não foi eficiente em reduzir o desenvolvimento da lesão de antracnose. Dados relevantes foram observados para os óleos de semente de uva e amêndoa, que não apresentaram efeito direto sobre o fungo in vitro, porém no tratamento pós-colheita apresentaram bons resultados, reduzindo a lesão causada por C. gloeosporioides, sugerindo assim que estes óleos possam ser utilizados como indutores de resistência em frutos

  12. Características físicas e químicas de frutos de maracujazeiro-amarelo enxertado em três porta-enxertos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Cavichioli

    2011-09-01

    Full Text Available O mercado de frutas frescas do maracujá-amarelo valoriza a qualidade interna e externa dos frutos. Assim, este trabalho teve o objetivo de avaliar o efeito do porta-enxerto e do tipo de enxertia na qualidade dos frutos de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims. O experimento foi conduzido no município de Adamantina-SP, no período de abril de 2006 a junho de 2007, adotando-se o delineamento em blocos ao acaso, em esquema fatorial 3 x 2 + 1 tratamento adicional, com quatro repetições. Os porta-enxertos avaliados foram: P. edulis (maracujá-amarelo, P. alata (maracujá-doce e P. gibertii (maracujá-giberti, em dois tipos de enxertia: hipocotiledonar e convencional por garfagem tipo fenda cheia e um tratamento adicional, sem enxertia. Utilizou-se como copa o maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims. Avaliaram-se o comprimento, o diâmetro, a massa fresca e a classificação dos frutos no período de novembro de 2006 a abril de 2007, a massa e a espessura da casca dos frutos, o rendimento do suco, o teor de sólidos solúveis totais (SST, a acidez total titulável (ATT e o ratio (SST/ATT dos frutos no mês de dezembro de 2006. O diâmetro e a massa fresca de frutos obtidos de plantas enxertadas sobre P. gibertii foram inferiores em relação aos de plantas pé-franco e aos de plantas enxertadas sobre P. alata. Os maiores comprimentos de frutos foram encontrados em plantas não enxertadas. Os porta-enxertos utilizados não influenciaram no teor de SST, na ATT e no ratio. O método de enxertia não interfere no diâmetro, no comprimento, na massa fresca dos frutos, na massa e na espessura da casca, no rendimento do suco e no teor de SST.

  13. Início da produção de frutos de cagaiteira (Eugenia dysenterica DC implantada em Goiânia, Goiás

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eli Regina Barboza de Souza

    2013-09-01

    Full Text Available A cagaiteira é uma planta nativa do Cerrado, adaptada às condições impostas por este bioma, principalmente de sobreviver e produzir em solos muito pobres em nutrientes e em um regime de chuvas com um período acentuado de baixa precipitação. A planta é rústica, ornamental e com alta tolerância ao fogo. Seus frutos são apreciados ao natural e utilizados nos mais diversos tipos de alimentos processados. No entanto, pouco se conhece sobre quanto tempo esta espécie demora a entrar na fase reprodutiva. Este trabalho propõe-se a avaliar o início da produção de frutos de cagaiteiras implantadas na área experimental da Escola de Agronomia, Universidade Federal de Goiás-Goiânia, Goiás, Brasil, entre 2003 e 2008, quando as plantas apresentavam de cinco a dez anos de idade. Para a implantação do experimento, foram coletados frutos em dez áreas da região sudeste do Estado de Goiás e plantadas em um desenho de blocos casualizados, com uma planta por parcela, em quatro blocos, em espaçamento de 6,0 m x 6,0 m. As cagaiteiras apresentaram alta desuniformidade para iniciar sua produção. No quinto ano após o plantio, somente 5,2% das plantas entraram em produção e, após dez anos, 55,7% das plantas. Destas plantas, somente 6,8% conseguiram produzir em, pelo menos, quatro anos de observação. Apenas quatro plantas entraram em produção e mantiveram esta nos seis anos de observação. O número de frutos por planta é muito baixo; somente 3,4% das plantas produzem mais de 200 frutos no décimo ano. Existe uma tendência de aumento de número de frutos com a idade da planta.

  14. Desverdecimento e Conservação em Pós-Colheita de Frutos de Kunquat (Fortunella margarita, Swingle em Resposta a Tratamentos com Ethephon e Cera

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.V. da MOTA

    1997-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve por finalidade verificar o efeito da aplicação de cera e de vários níveis de ethephon no desverdecimento e na conservação em pós-colheita de frutos de kunquat. Os frutos, colhidos no ponto de quebra de cor, foram tratados com soluções de ethephon a 250, 500 e 1000 ppm acrescidas de 0,3 ppm de Agral, ou encerados com Stafresh. Os frutos foram selecionados visualmente por tamanho e cor e após o tratamento, foram armazenados a temperatura ambiente (26°C ± 1°C, 50 a 60% UR. Foram feitas avaliações diárias quanto a perda de peso, textura, sólidos solúveis totais (°Brix, e degradação da clorofila. Todos os tratamentos com ethephon promoveram a degradação da clorofila. A taxa de desverdecimento aumentou proporcionalmente ao aumento na concentração de ethephon. O uso da cera reduziu tanto a perda de massa quanto a taxa de desverdecimento. Não houve diferenças na textura ou no °Brix dos frutos tratados em relação ao controle. Não foi verificada alteração nas características organolépticas dos frutos tratados tanto com ethephon quanto com Stafresh.This work was carried out to verify the effect of waxing and ethephon levels on postharvest conservation and degreening of kunquat fruits. Fruits harvested at the color break stage were treated with ethephon solutions at 250, 500 and 1000 ppm + 0.3 ppm Agral, or waxed with Stafresh. Fruits were visually selected for size and color, and after the treatment were stored at room temperature (26°C ± 1°C, 50 to 60% RH. Fruits were daily evaluated for weight loss, texture, total soluble solids (°Brix, and chlorophyll degradation. All ethephon treatments were effective in promoting chlorophyll breakdown. The rate of degreening increased proportionally to the increase in ethephon concentration. Waxing reduced both weight loss and the rate of degreening. There were no differences in both texture and °Brix for treated fruits in relation to control. No off

  15. Teores de minerais em polpas e cascas de frutos de cultivares de bananeira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Fernandes Aquino

    2014-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar a percentagem de matéria seca, o teor de minerais e a capacidade de fornecimento de minerais, com base na ingestão dietética de referência na polpa e na casca de frutos verdes e maduros de 15 cultivares de bananeira. Utilizaram-se quatro cachos por cultivar e seis frutos por unidade amostral. Foram coletadas amostras frescas da polpa e da casca, para digestões sulfúricas (0,2 g e nitroperclóricas (0,5 g. Foram determinados: no extrato sulfúrico, o N total pelo método Kjeldahl; e, no extrato nitroperclórico, P, K, Ca, Mg, Cu, Mn, Fe, Zn e Se. O P foi determinado por colorimetria, e os demais nutrientes, por espectrofotometria de absorção atômica. O teor de minerais na polpa e na casca foi expresso com base na média dos dois estádios. Há diferenças entre cultivares de bananeira quanto à concentração de macro e micronutrientes na polpa e na casca, mas não entre frutos verdes e maduros. A cultivar Terrinha apresentou a maior percentagem de matéria seca na polpa, e as cultivares Marmelo e Maçã, na casca. Para N, P, Fe, Zn e Cu, a casca apresentou duas vezes o teor da polpa. O teor de K e Mn na casca foi de aproximadamente quatro vezes o da polpa. A polpa da cultivar Caipira (AAA e a casca das cultivares Prata e Pacovan (AAB apresentam os maiores teores de minerais.

  16. Escurecimento da polpa em pera ‘Rocha’ influenciado pela composição mineral do fruto e condições de atmosfera controlada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariuccia Schlichting De Martin

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de condições de armazenamento em atmosfera controlada (AC e da composição mineral do fruto sobre ocorrência de escurecimento da polpa em pera ‘Rocha’. Os frutos foram armazenados sob diferentes condições de AC: 0,5 kPa O2 + < 0,03 kPa CO2; 1,0 kPa O2 + < 0,03 kPa CO2; 1,0 kPa O2 + 1,0 kPa CO2; 1,0 kPa O2 + 2,0 kPa CO2 e 1,0 kPa O2 + 3,0 kPa C2. Os frutos foram avaliados quanto à incidência e severidade de escurecimento da polpa após 9 meses de armazenamento (−0,5 ± 0,1 °C e UR de 96 ± 2%. Posteriormente, frutos com e sem a presença do distúrbio foram avaliados quanto às concentrações de Ca, Mg, K, N e as relações K/Ca, Mg/Ca e N/Ca. O armazenamento sob 1,0 kPa O2 + 3,0 kPa CO2 proporcionou aos frutos maior incidência de escurecimento da polpa em relação aos armazenados sob 0,5 kPa O2 + < 0,03 kPa CO2 e 1,0 kPa O2 + < 0,03 kPa CO2, ocasionando ainda maior severidade do distúrbio em comparação às demais condições de armazenamento. Peras com escurecimento da polpa apresentaram menores concentrações de Ca, bem como concentrações mais elevadas de K e maiores relações dos elementos K/Ca, Mg/Ca e N/Ca, comparativamente a frutos sem incidência do dano. Todavia, a análise multivariada de todos esses elementos minerais mostrou que a relação K/Ca foi a mais indicada para discriminar frutos sem e com escurecimento da polpa em peras ‘Rocha’.

  17. Nutrição, sanidade, rendimento e qualidade de frutos em macieiras 'Catarina' conduzidas sob manejo integrado e orgânico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João José Stüpp

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos dos sistemas de manejo integrado e orgânico sobre atributos de nutrição, sanidade, rendimento e qualidade de maçãs 'Catarina'. O estudo foi realizado em São Joaquim-SC, ao longo das safras de 2008/2009 e 2009/2010. O porta-enxerto era Marubakaido, com filtro de EM-9, e as macieiras conduzidas, em líder central. Os atributos do solo eram adequados ao desenvolvimento e produção das macieiras em ambos os sistemas. O sistema de manejo orgânico aumentou o teor de Cu nas folhas e Ca e Cu na casca e polpa dos frutos, a área de cor vermelha na epiderme dos frutos e a incidência de frutos com queimaduras por sol e com danos por mosca-das-frutas. O índice iodo-amido e o teor de sólidos solúveis foram superiores nos frutos do sistema orgânico. O manejo orgânico reduziu a área foliar média das plantas, e nos frutos reduziu as relações K/Ca, Mg/Ca, N/Ca e (K+Mg/Ca na casca e Mg/Ca na polpa, a severidade de "russeting", o número de sementes e a acidez titulável. Não houve diferenças quanto aos demais atributos avaliados. A produção orgânica de maçãs é viável, desde que disponível tecnologia eficaz para o controle da mosca-das-frutas.

  18. Consumo de frutos e abundância de Tucano Toco (Ramphastos toco) em dois hábitats do Pantanal Sul

    OpenAIRE

    França,Leonardo Fernandes; Ragusa-Netto,Jose; Paiva,Luciana Vieira de

    2009-01-01

    Tucano Toco (Ramphastos toco) é um dos grandes frugívoros de dossel, tanto de florestas contínuas quanto ambientes semi-abertos. No Pantanal Sul o Tucano Toco é comum em paisagens que intercalam ambientes fechados e abertos. Neste estudo avaliamos a abundância de Tucano Toco em capões de mata e mata ciliar, bem como a produção e consumo de frutos carnosos durante a estação seca. Apenas seis espécies frutificaram em capões de mata, e cinco em mata ciliar. Nos capões de mata a maior abundância ...

  19. Alterações reprodutivas em ratos machos expostos perinatalmente aos frutos da Solanum lycocarpum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Schwarz

    2009-04-01

    Full Text Available Ratas prenhes foram tratadas do dia 06 da gestação (GD 06 ao dia 07 pós-natal (PND 07 com frutos verdes secos e moídos da Solanum lycocarpum (10% na ração. Após nascimento das ninhadas, foi avaliado na prole masculina adulta aos 60 e 90 dias de vida, o número de espermátides e a produção espermática diária nos testículos e o tempo de trânsito espermático no epidídimo. A exposição não foi capaz de promover alterações na produção espermática diária (DSP e no número de espermátides produzidas pelo testículo dos ratos expostos aos frutos verdes da S. lycocarpum durante a gestação e início da lactação. Não foram observadas alterações no tempo de trânsito espermático na cabeça do epidídimo, porém, foi constatado menor número de espermatozóides no corpo/cauda do epidídimo nos machos experimentais com 90 dias de vida, provavelmente resultante do menor tempo de trânsito espermático observado no corpo/cauda do epidídimo aos PND 90. Estes dados sugerem que a exposição de ratos aos frutos verdes da S. lycocarpum durante a gestação e início da lactação, não foi suficiente para promover alterações na produção mas sim no trânsito espermático, indicando possível alteração no eixo hormônio liberador das gonadotrofinas hipotálamo-hipófise-gônada

  20. Efeito dos compostos naturais bioativos na conservação pós-colheita de frutos de mangueira cv. Tommy Atkins Effects of bioactive natural compounds on the postharvest conservation of mango fruits cv. Tommy Atkins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Julia da Silva Cruz

    2010-04-01

    Full Text Available A antracnose causa severos danos na pós-colheita de manga. Como o controle químico tem demonstrado desvantagens, o potencial uso de óleos essenciais para o controle de fitopatógenos tem sido uma alternativa. Neste trabalho, objetvou-se avaliar a eficácia de produtos alternativos no controle da antracnose e na conservação de mangas (Mangifera indica cv. Tommy Atkins tratado com bicarbonato de sódio diluído em água destilada, na concentração de 3% (v/v, via imersão. Como tratamento, foram utilizados os óleos essenciais de Origanum majorana, Citrus sinensis, Cymbopogon citratus e Eucalyptus citriodora, via fumigação, na dosagem de 1000 μL e água destilada via fumigação; todos por 3 minutos. Frutos da Unidade CEASA-Maringá/PR, selecionados, pesados em balança semianalítica, desinfetados em imersão por 3 minutos em solução de hipoclorito de sódio a 0,5% (v/v; foram submetidos aos tratamentos, permanecendo sob condições ambientes (26 ± 2ºC e UR 90 ± 5%. Exceto o tratamento com Citrus sinensis, que proporcionou um pH maior do que a testemunha, diferindo significativamente dos demais tratamentos que elevaram a variável. A redução da acidez em todos os tratamentos e aumentos dos sólidos solúveis totais nos frutos, sendo que o tratamento com bicarbonato de sódio proporcionou 14,42 ºBrix. O número de frutos com antracnose foi menor no tratamento com Citrus sinensis e este diferiu dos demais comprovando o efeito de espécies do gênero Citrus como antifúngicos. O uso de óleos essenciais como o de Citrus sinensis controlou a antracnose e manteve a qualidade dos frutos.The anthracnose causes severe damages to the mango post-harvest. As chemical control has shown disadvantages, the potential of use of essential oils has been an alternative for the phytopathogen control. The objective of the present work was to evaluate the efficacy of alternative products in the anthracnose control and in the conservation of mangos

  1. Incidência de podridão-branca em frutos de macieira com e sem ferimentos Incidence of white rot in apple fruits with and without wounds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Pereira dos Santos

    2008-03-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a incidência da podridão-branca (Botryosphaeria dothidea em frutos de dois genótipos de macieira submetidos à inoculação artificial, na ausência e na presença de ferimentos provocados pela mosca-das-frutas (Anastrepha fraterculus e por estilete. O experimento foi conduzido no laboratório de Entomologia da Epagri/Estação Experimental de Caçador, na safra 2005/2006. No estudo, foram utilizados frutos da cv. Catarina (grupo 'Fuji' e da seleção M-13/00 (grupo 'Gala'. Os tratamentos foram os seguintes: (1 frutos feridos por mosca-das-frutas; (2 frutos feridos com estilete; (3 frutos sem ferimentos, e (4 frutos sem ferimentos pulverizados com água destilada (testemunha. Os tratamentos 1; 2 e 3 foram inoculados com B. dothidea. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições, de quatro frutos por parcela. Na cv. Catarina, o número de lesões de podridão-branca foi maior em relação à M-13/00. Os ferimentos nos frutos favoreceram o estabelecimento e o desenvolvimento de lesões da doença.The relationship between damages of wounds, fruit fly and the incidence of white rot (Botryosphaeria dothidea, inoculated artificially in two apple genotypes was studied. The experiment was carried out at the laboratory of Entomology at Epagri/Caçador Experimental Station, during the 2005/2006 season. 'Catarina' (group 'Fuji' and the selection M-13/00 (group 'Gala' were tested with the following treatments: (1 fruit submitted to fruit fly; (2 fruit submitted to wounds by needle; (3 fruit without wounds; (4 fruit without wounds sprayed with distilled water (control. The treatments 1, 2 and 3 were inoculated with B. dothidea. The experiment was conducted under completely randomized design with four replications of four apple fruits each. The frequency of lesions of white rot was larger on cv. Catarina compared to M-13/00. Fruit wounds stimulate the establishment and the

  2. Severidade de doenças em maracujazeiro para identificação de fontes de resistência em condições de campo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eder Jorge de Oliveira

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi utilizar uma escala de severidade para algumas doenças do maracujazeiro, visando à identificação de fontes de resistência. Foram avaliados 75 acessos de Passiflora spp. em condições de campo, sob alta infecção natural dos patógenos, para a severidade da virose, nas folhas (VIFO, frutos (VIFR e distribuição na planta (VIPL, bem como para verrugose nos frutos e ramos (VEFR e VERA, respectivamente e antracnose nos frutos (ANFR. Houve alta variabilidade para resistência às doenças, embora poucos acessos tenham sido classificados como resistentes à VIFO, VIFR e VIPL, sendo que apenas um acesso de P. setacea (BGM237 foi considerado resistente aos três tipos de avaliações para virose. A maioria dos acessos de maracujazeiro- amarelo e roxo possui algum grau de suscetibilidade a um ou outro sintoma da virose. Quanto à VERA, acessos de P. alata e P. cincinnata foram mais resistentes, embora P. alata demonstre maior resistência a VEFR. Alguns acessos de P. edulis comportam-se como moderadamente resistente à VERA e VEFR. A maioria dos acessos de P. alata, P. cincinnata e P. setacea não apresentou sintomas de antracnose nos frutos. A escala de severidade adotada mostrou-se eficiente para a separação dos acessos de maracujazeiro em diferentes classes de resistência a doenças.

  3. Controle de Cerconota anonella (Sepp. (Lep.: Oecophoridae e de Bephratelloides pomorum (Fab. (Hym.: Eurytomidae em frutos de pinha (Annona squamosa L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Letice Souza da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available A pinha, Annona squamosa L., é uma frutífera tropical da família anonácea, cujo mercado tem-se ampliado a cada ano, sendo cultivada expressivamente na região Nordeste, onde pequenos produtores a têm como principal fonte de renda. Entretanto, problemas causados pelas duas pragas-chave, Cerconota anonella (Sepp.,1830 (Lepidoptera: Oecophoridae e Bephratelloides pomorum (Fab.,1808 (Hymenoptera: Eurytomidae, têm limitado a produção e, consequentemente, a comercialização dos frutos. No intuito de minimizar essas perdas, um experimento de campo foi realizado em Maceió, Estado de Alagoas, Brasil, para avaliar diferentes formas de controle para estas pragas. O experimento foi conduzido no delineamento em blocos casualizados, com oito tratamentos e quatro repetições. Cada repetição correspondeu a quatro frutos, totalizando dezesseis frutos por tratamento. Os tratamentos foram: frutos sem proteção (testemunha; saco de papel branco impermeável aberto; saco plástico microperfurado; saco de TNT (tecido não tecido branco aberto; saco de TNT vermelho aberto; gaiola de arame revestida com tecido voile; inseticida Profenofós (12g/L-1 + Cipermetrina (1,2 g/L-1 e caulim (10 g/ 100 mL-1. Foram avaliadas as seguintes variáveis nos frutos: números de orifícios causados pelas pragas, peso, comprimento, diâmetro, percentagem de frutos colhidos e o custo do tratamento por unidade. Os melhores resultados foram obtidos com o saco de TNT vermelho aberto, obtendo-se 87,50% de frutos comercializáveis. O saco plástico microperfurado teve o menor custo, porém sua fragilidade impede a reutilização nas safras seguintes. Assim, indica-se o saco de TNT vermelho aberto como o mais econômico e eficiente.

  4. Diversidade genética entre cultivares de mangueiras, baseada em caracteres de qualidade dos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Fabíola Pereira da Silva

    2012-04-01

    Full Text Available A mangueira é uma das fruteiras mais importantes do Brasil. Apesar de existirem muitos cultivares, o cultivo tem sido realizado basicamente com o cultivar 'Tommy Atkins' e existem poucos trabalhos sobre caracterização e análise da diversidade genética dos genótipos disponíveis. Por isso, o objetivo deste trabalho foi estudar a diversidade genética de 15 cultivares de mangueiras, produzidos na Zona da Mata Mineira, sendo oito brasileiros e sete oriundos da Flórida (EUA. Para isto, frutos maduros dos 15 cultivares foram colhidos e analisados química e fisicamente. Os cultivares que se apresentaram mais similares foram 'Kent' e 'Palmer'. O cultivar 'Extrema' não se agrupou com os outros pelo método de agrupamento UPGMA, e, por esta análise houve a separação dos cultivares brasileiros e norte-americanos. Quanto às características químicas, a técnica de componentes principais não agrupou os cultivares 'Extrema' e 'Tommy Atkins' com os demais; já quanto às características físicas, observou-se a mesma separação obtida pelo agrupamento UPGMA, com exceção do cultivar 'Extrema' que, neste caso, agrupou-se com os demais cultivares. Observou-se correlação entre a coloração da polpa, o ângulo hue e o teor de açúcares solúveis totais e entre a coloração da casca, o índice b* e a percentagem de casca e polpa.

  5. Avaliação da diversidade fenotípica em rambuteiras (Nephelium lappaceum com base na qualidade dos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célio Kersul do Sacramento

    2013-03-01

    Full Text Available O rambotã (Nephelium lappaceum L., fruta originária da Ásia, é cultivado comercialmente no Brasil, nos Estados da Pará e Bahia, mas devido à propagação sexuada, apresenta grande variabilidade para características morfológicas e químicas dos frutos. Visando a identificar potenciais matrizes, foram avaliados, em Ituberá-BA, frutos de 105 genótipos de rambotã com base na coloração da casca, suculência e teor de sólidos solúveis. Nesse grupo de plantas, 80 genótipos (76,2% apresentaram frutos com teor de sólidos solúveis igual ou superior a 16 ºBrix e tiveram uma amostra coletada para análise em laboratório. Após a pesagem, foram identificados 20 genótipos cujos frutos apresentaram peso médio acima de 30 g e foram submetidos às análises físico-químicas. Os genótipos avaliados apresentaram frutos com peso médio de 33,2 g (30,2 a 39,4 g, rendimento do arilo de 42,3% (35,1 a 50,2%, sólidos solúveis de 17,6 ºBrix (15,8 a 19,7 ºBrix e acidez titulável 0,44% (0,19 a 0,86%. A amostra de rambuteiras avaliadas apresentou grande variabilidade fenotípica e permitiu a identificação de 20 19 ou 19,05% do total de genótipos avaliados, cujas características dos frutos atendem aos padrões estabelecidos em outros países (peso acima de 30 g e sólidos solúveis acima de 16 ºBrix.

  6. Resíduos de agrotóxicos em frutos de tomate Pesticide residues in tomato fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leslie Maria Segura Zavatti

    1999-03-01

    Full Text Available O uso intensivo de agrotóxicos em culturas de tomates tem causado preocupações quanto à provável contaminação do produto final. Este trabalho teve como objetivo monitorar, por dois anos consecutivos, em quatro propriedades de uma área altamente tecnificada, o uso de agrotóxicos em tomate irrigado durante seu desenvolvimento, quantificar os resíduos dos principais princípios ativos utilizados, e avaliar o grau de contaminação dos frutos colhidos. Foram analisados metamidofós, clorpirifós, captan, clorotalonil, endosulfan, lambda-cialotrina, e cobre. Para avaliar o grau de contaminação dos frutos foi validado um método de análise de resíduos múltiplos capaz de quantificar esses compostos. Os resíduos encontrados foram de fungicidas e inseticidas aplicados nas fases de frutificação e maturação: captan, 0,35 mg/kg, na Fazenda 2; clorotalonil, 0,16 mg/kg e 0,95 mg/kg, nas Fazendas 1 e 2, respectivamente; lambda-cialotrina, 0,03 mg/kg, na Fazenda 2; cobre, 2,03 mg/kg, 3,75 mg/kg e 1,44mg/kg, nas Fazendas 1, 2 e 3, respectivamente, e 0,95 mg/kg, 1,70 mg/kg e 2,31 mg/kg, na Fazenda 4. Não ocorreram resíduos dos inseticidas organofosforados, aplicados principalmente durante o desenvolvimento vegetativo da cultura. Não houve contaminação dos tomates pelos agrotóxicos analisados. Os resíduos que devem ser monitorados são os dos agrotóxicos aplicados na fase de maturação da cultura.The intensive use of pesticide in tomato crops have been causing concern about a possible contamination of the final product. This work aimed at monitoring, for two years, in four farms located in a high technology area, the use of pesticides in irrigated tomato crops, quantifying the main active ingredient residues and evaluating the contamination level of the fruits. The components analised were: methamidophos, chlorpyrifos, captan, chlorothalonil, endosulfan, lambda-cyhalothrin and copper oxychloride. In order to evaluate the contamination

  7. Ponto de colheita e maturação de frutos de camu-camu colhidos em diferentes estádios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Maria Pinto

    2013-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar o ponto de colheita e caracterizar a pós-colheita de frutos de camu-camu (Myrciaria dubia colhidos em diferentes estádios de maturação. A colheita dos frutos foi realizada em quatro estádios de maturação, definidos pela cor da casca: verde, verde-avermelhada, vermelho-esverdeada e roxa. O armazenamento foi feito em câmaras de refrigeração a 22±1°C e 85±5% UR. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado, em parcelas subdivididas no tempo, com cinco períodos de armazenamento: 0, 3, 6, 9 e 12 dias. Foram avaliados: atividade respiratória; produção de etileno; coloração da casca verificada pelo ângulo de cor e coordenadas de cromaticidade a* e b*; firmeza; perda de massa de matéria fresca; teores de clorofilas, antocianinas, sólidos solúveis e ácido ascórbico; acidez titulável; e incidência de podridão. Os picos de produção de CO2 e etileno ocorreram após a colheita. Os teores de clorofilas e antocianinas variaram com a mudança na coloração da casca de verde para roxa, o que confirmou a maturação dos frutos. Os teores de ácido ascórbico variaram de 759,02 mg por 100 g, no estádio verde, a 1.071,12 mg por 100 g, no roxo. Os frutos colhidos totalmente roxos têm reduzida vida pós-colheita. A maior qualidade pós-colheita do camu-camu é obtida quando os frutos são colhidos com coloração vermelho-esverdeada.

  8. Alelopatia em extratos de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. - Rhamnaceae Allelopathy caused by fruit extract of juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. - Rhamnaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andreya Kalyana de Oliveira

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial alelopático do extrato de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. sobre as sementes de alface (Lactuca sativa. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com 4 repetições e cinco tratamentos (0%, 25%, 50%, 75% e 100% de concentração do extrato bruto. O extrato bruto foi obtido após a extração manual da polpa do fruto e agitação com água em liquidificador utilizando-se 50g de polpa para 500ml de água, e o mesmo foi feito com a casca do fruto. Os resultados mostraram efeito do extrato dependendo da concentração. As maiores concentrações do extrato (100%, 75% e 50% da polpa dos frutos Z. joazeiro apresentaram efeito alelopático desfavorável sobre a germinação de alface, reduzindo-a em 100%, 98,75% e 82,5% respectivamente. O extrato das cascas dos frutos nas concentrações de 75% e 100% reduziu a germinação da alface em 28,75% e 78,75%.This study aimed to identify the allelopathic activity of extracts obtained from Ziziphus joazeiro fruits on the germination of Lactuca sativa L. A randomized design was used with four replications and five treatments (0%, 25%, 50%, 75% and 100% concentration of the crude extract. The crude extract was obtained after manual extration of the fruit pulp and agitation with water in a blender using 50g of pulp in 500ml of water. The same was done with the fruit rind. The results showed the effect of the extract depending on concentration. The greatest extract concentrations (100%, 75% and 50% of Z. joazeiro fruit pulp had an unfavorable allelopathic effect on lettuce germination, having reduced it by 100%, 98.75% and 82.5% respectively. The extract of the fruits rinds in concentrations of 75% and 100% reduced lettuce germination by 28.75% and 78.75%.

  9. Controle da antracnose e qualidade de mangas (Mangifera indica L. cv. van dyke, após tratamento hidrotérmico e químico Anthracnose control and mango quality (Mangifera indica L. cv. van dyke after hydrothermal and chemical treatment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mário Sérgio Carvalho Dias

    2005-04-01

    Full Text Available A antracnose causa severos danos à casca da manga. Por isso, há a necessidade de se fazer o tratamento fitossanitário pós-colheita dos frutos, utilizando a imersão em calda de fungicidas, a qual, associada ao tratamento hidrotérmico, tem resultado em melhores benefícios. Com o presente trabalho objetivou-se estudar o controle da antracnose e qualidade pós-colheita de mangas (Mangifera indica L., cv. Van Dyke, após tratamento hidrotérmico associado ao químico mediante as análises física, físico-químicas, químicas e fitopatológica. As mangas, provenientes de pomar comercial do município de Janaúba - MG, da safra 2000, foram colhidas em estádio de maturação comercial. Após seleção de acordo com a uniformidade de cor, tamanho e ausência de injúrias mecânicas e fisiológicas, as mesmas foram transportadas em caixas plásticas para a EPAMIG - CTNM - Nova Porteirinha - MG, Laboratório de Pós-colheita de frutos, onde as amostras foram submetidas ao tratamento hidrotérmico (55°C por 5minutos e banho frio em soluções contendo os fungicidas Thiabendazole (Tecto 400 mL/100 L, Prochloraz (Sportak 110 mL/100 L e Imazalil (Magnate 200 mL/100 L. Após secagem ao ar, os frutos foram acondicionados em bandejas plásticas e armazenados à temperatura ambiente (25±2°C e UR 70%, por um período de 12 dias e avaliados quanto às características intrínsecas de qualidade a cada 4 dias. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com 8 tratamentos, 4 repetições e unidade experimental composta de 4 frutos. As variações de pH, sólidos solúveis totais, acidez total titulável e açúcares solúveis totais não comprometeram as características organolépticas de mangas cv. Van Dyke armazenadas sob temperatura ambiente (25±2°C e UR 70% até os 8 dias de armazenamento. A associação do tratamento hidrotérmico com o químico foi eficiente no controle da antracnose dos frutos por até 12 dias de

  10. Qualidade de frutos ensacados em diferentes genótipos de macieira The quality of bagged fruit of different apple genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Janaína Pereira dos Santos

    2007-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivos verificar se o ensacamento e a retirada das embalagens em diferentes épocas afetam a qualidade dos frutos de diferentes genótipos de macieira. O estudo foi conduzido em pomar orgânico de maçãs, na Epagri/Estação Experimental de Caçador, SC, durante a safra 2005/06, com as cultivares "Fuji Suprema" e "Royal Gala" e com as seleções M-11/00, M-13/00 e MR-11/90. Utilizou-se o delineamento completamente ao acaso, composto por cinco repetições, sendo que cada planta constituiu uma repetição, e desta ensacaram-se todos os frutos. Os tratamentos foram compostos por três épocas de retirada das embalagens (15 e sete dias antes da colheita e na colheita; dois tipos de embalagens (saco de papel manteiga parafinado branco e saco de polipropileno microperfurado transparente; e o controle (frutos não ensacados. Avaliaram-se diâmetro, peso, maturação através da cor de fundo, russeting e queimadura pelo sol. Verificou-se que o ensacamento pode influenciar o tamanho e o peso de frutos em relação aos frutos não ensacados. O tipo de embalagem e o maior tempo de permanência destas nos frutos podem afetar a maturação. Não houve nenhum efeito do ensacamento ou do tipo e época de embalagem sobre a incidência de "russeting". A embalagem de polipropileno microperfurado transparente propiciou em "Fuji Suprema", "Royal Gala" e "MR-11/90" mais queimaduras de frutos em relação à embalagem de papel manteiga parafinado e ao tratamento controle.This study is aimed at evaluating the effect of unbagging during different periods on the quality of the fruits of apple genotypes. The study was carried out in an organic apple orchard, at Epagri/Caçador Experimental Station, SC, during the 2005/06 season, with cv. ‘Fuji Suprema’ and ‘Royal Gala’ and the selections M-11/00, M-13/00 and MR-11/90. The experiment was conducted under completely randomized block design with five repetitions, and each plant

  11. Atividade antioxidante e tóxica de extratos de cascas do fruto de Nephelium lappaceum L. (Sapindaceae, comercializados em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aníbal de Freitas SANTOS JUNIOR

    2016-09-01

    Full Text Available Nephelium lappaceum L., conhecido como Rambutã, é um fruto tropical atraente, que contém compostos fenólicos (taninos e flavonoides e alcaloides. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade antioxidante e a toxicidade das cascas do fruto de Nephelium lappaceum L. (Rambutã, comercializados em Salvador, Bahia, Brasil, pelo método do 2,2-difenil-1-picrilidrazil (DPPH, e do teste de toxicidade a larvas de Artemia salina, respectivamente. Para os experimentos, foram utilizadas as fases orgânicas hexano e acetato de etila, obtidas da partição do extrato metanólico. Foi empregado o método do 2,2– difenil-1-picrilidrazil (DPPH e o teste de toxicidade frente Artemia salina. A fase acetato de etila apresentou maior poder antioxidante e menor efeito tóxico quando comparada à fase hexânica. Quanto à atividade antioxidante, foram obtidas CE50 de 373,72 μg/mL e 1207,4 μg/mL para as fases acetato de etila e hexânica, respectivamente. Quanto à toxicidade, foram obtidas DL50 de 799,28 μg/mL e de 705,72 μg/mL para as fases acetato de etila e hexânica, respectivamente. Os resultados indicam a potencialidade de uso deste fruto (cascas como fonte natural de compostos antioxidantes.

  12. Qualidade do fruto de melão rendilhado em função de doses de nitrogênio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coelho Evando Luiz

    2003-01-01

    Full Text Available Foram realizados dois experimentos com meloeiro, (Cucumis melo L. Grupo Cantalupensis, no verão, em condições de campo e de ambiente protegido com o objetivo de avaliar o efeito de doses de nitrogênio sobre características físicas (massa, diâmetro, espessura da polpa e diâmetro da cavidade e químicas (teor de sólidos solúveis, acidez titulável e pH do fruto. Cada experimento constou de quatro blocos ao acaso, contendo cinco tratamentos que foram as doses de nitrogênio (0, 75, 150, 300 e 450 kg ha-1de N. Utilizou-se uréia, sendo 30% colocada nos sulcos, antes do transplante, e 70% remanescente aplicada via água de irrigação, por gotejamento, durante o ciclo da cultura. Nos dois ambientes, os valores das características físicas elevaram-se com o aumento da dose de N. Sob ambiente protegido, associados à dose de 312 kg.ha-1de N, que propiciou a produção comercial máxima de frutos (PCM, os valores de massa, diâmetro, espessura da polpa e cavidade do fruto foram: 1.280 g, 12,6 cm, 3,1 cm e 6,1 cm respectivamente. No campo, com dose de 344 kg.ha-1de N, que propiciou a PCM, os valores correspondentes foram de 1.390 g, 13,1 cm, 3,4 cm e 5,9 cm respectivamente. O teor de sólidos solúveis não foi influenciado por doses de N, alcançando 9% e 9,5%, respectivamente, nos frutos produzidos no ambiente protegido e no campo. Nos dois ambientes, a acidez titulável da polpa elevou-se com as doses de N, atingindo 0,13 e 0,14 % de ácido cítrico com as doses de N para a PCM. O pH do fruto produzido em ambiente protegido não foi influenciado pelo aumento da dose de N, atingindo 6,83, enquanto o pH daquele produzido no campo elevou-se com as doses de N, atingindo 6,99 com a dose de N para a PCM.

  13. Nutrição do feijoeiro e intensidade da antracnose em função da aplicação de silício e cobre = Nutrition in bean plants and anthracnose intensity in function of silicon and copper application

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sylvia Raquel Gomes Moraes

    2009-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do silicato de cálcio e do sulfato de cobre na intensidade da antracnose e no teor nutricional do feijoeiro. O experimento foi conduzido em blocos casualizados em arranjo fatorial 4 x 4 (quatro doses de silicato decálcio, com quatro doses de sulfato de cobre e dois tratamentos adicionais (plantas nãoinoculadas e plantas pulverizadas com Benomyl. Foram feitas quatro avaliações da incidência e da severidade da doença, além de se mensurar a área foliar total. Ao término das avaliações, os dados de incidência e de severidade foram integrados ao longo do tempo, obtendo-se a área abaixo da curva de progresso da incidência (AACPI e da severidade (AACPS. Os teores de N, P, K, Ca, Mg, B, Cu, Fe, Mn, Zn, Si e lignina foram avaliados naparte aérea. Observou-se decréscimo linear da AACPI com o aumento das doses de silicato de cálcio. Com o aumento das doses de cobre, houve redução de 35% na AACPS. O suprimento de silicato e de cobre alterou o teor de K, Mg, S, Zn, Ca e Si da parte aérea do feijoeiro.The objective of this work was to evaluate the effect of calcium silicate and copper sulfate on anthracnose intensity and nutrition of bean plants. The experiment was conducted using an experimental design in randomized blocks following a 4 x 4 factorial arrangement, (four levels of calcium silicate and four levels of copper sulfate and two additional treatments (plants without inoculation and plantssprinkled with Benomyl. Four evaluations of the incidence and severity of anthracnose were done, in addition to measuring total leaf area. At the end of the evaluations, incidence and severity data were integrated over time, obtaining the area under disease progress curve (AUDPC. Contents of N, P, K, Ca, Mg, B, Cu, Fe, Mn, Zn, Si and lignin were determined in the aerial part. A linear decrease of the intensity AUDPC was observed with the increase of the doses of calcium silicate. The severity AUDPC

  14. Alternativas de controle pós-colheita da podridão-parda e da podridão-mole em frutos de pessegueiro

    OpenAIRE

    Carvalho,Vicente Luiz de; Cunha,Rodrigo Luz da; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Moura,Pedro Henrique Abreu

    2009-01-01

    As exigências do consumidor são cada vez maiores com relação à qualidade de produtos in natura. As podridões, além de causar perdas na produção, reduzem a qualidade final do fruto, interferindo significativamente na comercialização. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a eficiência de produtos alternativos, aplicados na pós-colheita, no controle da podridão-parda (Monilinia fructicola) e da podridão-mole (Rhizopus spp.) em pêssegos. O experimento foi conduzido no município de Nepomuceno-M...

  15. Intensidade de raleio de frutos em pessegueiros 'flordaprince' conduzidos em pomar com alta densidade de plantio Intensity of fruit thinning in peaches 'flordaprince' conducted in orchard of high density

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JOÃO ALEXIO SCARPARE FILHO

    2000-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi verificar o comportamento de pessegueiros (Prunus persica (L. Batsch. cultivar Flordaprince, conduzidos em pomar com alta densidade (3.333 plantas/ha, submetidos a diferentes intensidades de raleio manual de frutos. Os tratamentos utilizados foram 120, 100 e 80 frutos por planta, e o controle sem raleio (230 frutos por planta. As plantas submetidas ao raleio produziram frutos significativamente maiores e mais pesados do que os do controle. A produção por planta (kg e a produtividade estimada (t/ha foram maiores nas plantas sem raleio, mas a classificação comercial e a receita bruta (R$/ha desse tratamento foram menores, devido ao menor tamanho e peso dos frutos. Os tratamentos 100 e 80 frutos por planta (56,52% e 65,21% de raleio, respectivamente apresentaram os melhores resultadosThe objective of this paper was to test the behavior of peaches (Prunus persica (L. Batsch. cultivar Flordaprince carried out in high dense orchard (3,333 plants/ha submitted to different intensities of hand thinning of fruits. The treatments tested were 120, 100 and 80 fruits per plant and without thinning (230 fruits per plant. The thinned plants produced larger and weightier fruits if compared with control plants. The yield per plant (kg and estimated productivity (ton/ha were higher in plants not thinned, but marketing classification and gross income were lower in this treatment due to small fruit size and weight. The treatments 100 and 80 fruits per plant (56.52% and 65.21% of thinning, respectively presented the best results.

  16. Crescimento de mudas de moringa em função da salinidade da água e da posição das sementes nos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis de Oliveira

    2013-02-01

    Full Text Available A escolha das sementes é de fundamental importância para a obtenção de mudas de qualidade, principalmente quando são produzidas sob condições ambientais adversas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a influencia da salinidade sobre o desenvolvimento de mudas de moringa provenientes de sementes localizadas em diferentes posições no fruto. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 3 x 4 e quatro repetições. Os tratamentos resultaram da combinação de três posições de sementes no fruto (basal, mediana e apical com quatro níveis de salinidade da água de irrigação (0,5; 2,0; 3,5; e 5,0 dS m-1. Foram avaliadas as seguintes características de crescimento: altura (ALT, diâmetro do caule (DC, diâmetro da raiz principal (DRP, número de folhas (NF, área foliar (AF, massa seca da parte aérea (MSPA, massa seca do sistema radicular (MSR e massa seca total (MST. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias, comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, para o efeito da posição da semente no fruto; e por análise de regressão, para os dados provenientes da salinidade. Houve interação significativa na maioria das características avaliadas. A salinidade da água de irrigação diminuiu em todas as variáveis. As mudas provenientes de sementes localizadas na porção basal dos frutos foram mais afetadas pela salinidade da água de irrigação.

  17. Eficiência na produção de frutos e alocação relativa de nutrientes em cultivares de cafeeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Francisco Teixeira do Amaral

    2010-04-01

    Full Text Available Considerando a baixa produtividade das plantas em solos de menor fertilidade natural e o alto custo dos insumos agrícolas, torna-se necessária a seleção de cultivares mais eficientes na absorção e utilização dos nutrientes minerais. Foram avaliados quatro cultivares de cafeeiro arábica (Acaiá IAC 474 19, Icatu Amarelo IAC 3282, Rubi MG 1192 e Catuaí Vermelho IAC 99 quanto à eficiência na produção de frutos e alocação relativa de nutrientes. O experimento foi conduzido em Viçosa MG, em condições de campo, no delineamento experimental em blocos ao acaso, envolvendo quatro cultivares, quatro repetições e três níveis de adubação (baixo, normal e alto. As parcelas úteis constituíram-se de nove plantas espaçadas de 2 x 1 m. O cultivar Icatu Amarelo IAC 3282 foi o mais produtivo no ambiente com restrição de nutrientes, enquanto Rubi MG 1192 e Catuaí Vermelho IAC 99 mostraram-se mais produtivos em ambientes com alto suprimento de nutrientes. A eficiência de produção de café em coco por unidade de P, Ca, Mg e B acumulados na planta foi maior no nível alto de adubação. Os cultivares Rubi MG-1192 e Catuaí Vermelho IAC 99 apresentaram maior eficiência de utilização de nutrientes para produção de frutos no nível alto de adubação. Considerando a média de alocação relativa de nutrientes nos frutos para os quatro cultivares, no nível normal de adubação, verificou-se que eles possuem 38,1% do N, 46,34% do P, 40,19% do S, 42,68% do K, 13,19% do Ca, 25,04% do Mg, 40,63% do Cu, 19,49% do Zn e 17,73% do B.

  18. Avaliação de genótipos de bananeira à Colletotrichum musae em pós-colheita Evaluation of genotypes of banana to Colletotrichum musae in postharvest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilo Batista Pinho

    2010-09-01

    Full Text Available Alguns hibridos tetraploides apresentam resistência à antracnose, porém são reduzidas as informações sobre os níveis de resistência desses genótipos e o comportamento dos mesmos no Brasil. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a incidência e a severidade de antracnose sobre o comportamento de diferentes genótipos de bananeiras resistentes a Sigatoka-Negra em função de diferentes concentrações de conídios de Colletotrichum musae em diferentes épocas de avaliação. Os frutos colhidos no estádio de maturação fisiológica dos genótipos, Thap Maeo, Caipira, Pacovan Ken, Ambrosia, PV 42-53, PA 42-44, FHIA 01, FHIA 18 e a cultivar Prata-Anã utilizada como testemunha. Buquês contendo três frutos foram atomizados com diferentes concentrações (0; 10²; 10³; 10(4; 10(5 e 10(6 conídios/mL de C. musae. Os frutos foram incubados a 25 ºC. A incidência e severidade da antracnose foi avaliada aos 3; 6; 9 e 12 dias após a inoculação. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 9x6x4 (genótipos, concentrações de esporos e épocas de avaliação, com quatro repetições, contendo quatro buquês de três frutos. Aos doze dias de avaliação, todos os frutos de todos os genótipos estudados apresentaram incidência de C. musae quando inoculados com as diferentes concentrações de inóculo. A cultivar Thap Maeo apresentou a menor severidade (27,5% de antracnose, enquanto os genótipos Ambrosia, PV 42-53, FHIA 18 e FHIA 01 foram as mais suscetíveis à antracnose com 64%, 64%, 61,33% e 58% de severidade, respectivamente.Some tetraploides hybrids present resistance to anthracnose, however the information on the levels of resistance of these genotypes and the behavior in Brazil are reduced. The aim of this study was to evaluate the incidence and severity of injury on the behavior of different banana genotypes resistant to Black Sigatoka for different concentrations of conidia of Colletotrichum

  19. Extracto etéreo de frutos de Bromelia pinguin L. (piña de ratón por el sistema acoplado CG-EM

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juan Abreu Payrol

    2001-04-01

    Full Text Available Se realizó el estudio del extracto etéreo de frutos de Bromelia pinguin L. (piña de ratón mediante el sistema acoplado CG-EM. Se detectó la presencia de los ácidos 2-pentenodioico, octanodioico, ftálico, cítrico, nonanodioico, 12-metiltetradecanoico, palmítico, oleico, linolénico, esteárico, 11,14,17-eicosatrienoico y 11,14-eicosadienoico. La identificación fue realizada sobre la base de los tiempos de retención y fue confirmada por comparación de los espectros de masas con los de patrones. Por primera vez es informada la presencia de estos compuestos en los frutos de B. pinguin L.The study of the ethereal extract from fruits of Bromelia pinguin L. ("piña de ratón" was conducted by the CG-EM coupled system. The following acids were detected: 2-pentanedioic, octanedioic, phthalic, citric, nonanodioic, 12-methyltetradecanoic, palmitic, oleic, linoleic, stearic, 11,14,17-eicosatrie-noic and 11,14-eicosadienoic. Their identification was based on the times of retention and it was confirmed by comparing the spectra of masses with those of patterns. The presence of these compounds in the fruits of B. pinguin L. is reported for the first time.

  20. Curva de crescimento de frutos de pêssego em regiões subtropicais Growth curve of peach fruits in subtropical enviroment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Dela Bruna

    2007-01-01

    Full Text Available Em regiões com inverno ameno, o cultivo de pêssego tem apresentado um aumento significativo na produção, especialmente para as variedades de ciclo curto. A determinação da melhor época para a execução de práticas culturais, como o raleio, é de fundamental importância para a melhoria da qualidade dos frutos colhidos. A indicação da melhor época para a execução do raleio pode ser definida a partir do conhecimento da curva de crescimento dos frutos. Foi avaliado o crescimento de frutos de pessegueiro mediante dados de peso verde (PV e de peso seco (PS em 20 variedades cultivadas na Epagri Estação Experimental de Urussanga. As plantas foram agrupadas em variedades de ciclo curto, de ciclo médio e de ciclo longo de acordo com o tempo que levaram da floração à colheita dos frutos, 77 a 85 dias, 86 a 109 dias, e mais que 109 dias, respectivamente. Semanalmente, foram colhidos frutos verdes, pesados (PV e secos em estufa a 70ºC para a determinação do PS. Todas as variedades apresentaram crescimento relativo (PS ganho no dia/PS total do fruto inicial muito alto, o qual foi reduzindo até a maturação dos frutos para as variedades de ciclo curto e médio. Em contraste, para as variedades de ciclo longo, no final do ciclo, houve novamente aumento do crescimento relativo. O crescimento dos frutos avaliados pelo PS, PV e pelo acúmulo diário de PS e PV apresentou três estágios de crescimento para as variedades de ciclo longo: Estágio I, com crescimento exponencial; Estágio II, com pouco crescimento, e Estágio III, novamente com crescimento exponencial culminando com a maturação do fruto. Contudo, as variedades de ciclo médio e de ciclo curto não apresentaram o Estágio II, com pouco crescimento, passando do Estágio I diretamente para o Estágio III.Peach production has experienced a significant increase in the regions where the climate presents a mild winter. Determining the correct time of fruit pruning is fundamental

  1. Correlação entre características quantitativas e qualitativas de frutos de pessegueiros na geração F2 cultivados em região subtropical

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danielle Fabíola Pereira Silva

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar as relações entre características quantitativas e qualitativas de frutos de pessegueiro, cultivados em região subtropical. Para isso foram utilizados frutos totalmente maduros, obtidos de cinco populações, em geração F2, cultivadas em condições de clima subtropical. Foram avaliados: coloração da epiderme (coordenadas b* e h°, diâmetro médio do fruto, comprimento do fruto, firmeza instrumental da polpa, teor de sólidos solúveis, acidez titulável, teor de ácido ascórbico, percentagem de vermelho na epiderme, coloração da polpa, aderência do caroço, consistência manual da polpa e época de colheita. Os dados foram utilizados para obtenção de coeficientes parciais de correlação entre todas as variáveis. Observou-se variação entre os valores obtidos para cada característica. Há correlações parciais significativas a 1% de probabilidade, de intensidades médias e fracas, entre as características estudadas de frutos de pessegueiro. As maiores correlações foram obtidas entre comprimento e diâmetro de frutos (0,690** e entre os descritores b e h, obtidos por meio de colorímetro (0,516**. Frutos mais tardios apresentam, geralmente, maior firmeza de polpa, menores teores de vitamina C e menos pigmentação amarela na epiderme. Pêssegos de polpa amarela são mais firmes e apresentam maior acidez no suco.

  2. Crescimento dos frutos de laranjeira 'Salustiana' situados em ramos anelados com diversas relações de folhas/frutos Growth of the fruits of 'Salustiana' sweet orange located in girdled shoots with several leaves to fruit ratios

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dalmo Lopes de Siqueira

    2007-08-01

    Full Text Available A relação entre a área foliar e o crescimento dos frutos é um tema que freqüentemente recebe a atenção dos pesquisadores, por influenciar diretamente na produtividade das plantas e na qualidade dos frutos. Neste trabalho, avaliou-se o efeito da área foliar sobre o crescimento dos frutos da laranjeira 'Salustiana'. Foram utilizados ramos com 12 meses de idade e com apenas um fruto terminal. Os ramos foram anelados visando a manter diversas relações de folhas/fruto. Avaliaram-se, semanalmente, o crescimento dos frutos e os teores de amido presentes nas folhas durante um período de 42 dias. O crescimento dos frutos, avaliado na "fase de crescimento II", dependeu da área foliar disponível por fruto, sendo que 30 folhas foram suficientes para garantir o seu crescimento. As reservas de amido nas folhas dependeram da área foliar disponível por fruto e reduziram à medida que os frutos apresentaram aumentos no diâmetro e nas massas fresca e seca.The relationship between the foliar area and the fruit growth is an important theme because affects the tree productivity and fruits quality. In this work was evaluated the effect of the foliar area on the growth of the Salustiana's sweet orange fruits. Girdled shoots of 12 months were used with a single terminal fruit and several leaves-fruit ratios. It was evaluated, weekly, the fruit growth and the leaves starch contents during 42 days. The fruit growth, evaluated in the stage II, depended on the available leaf area per fruit, provided that 30 leaves were enough to guarantee its growth. The starch reserves in the leaves depended on the available leaf area per fruit and they reduced with the increase in the diameter and dry and fresh weight of the fruits.

  3. Indução de resistência sistêmica à antracnose em feijoeiro-comum pela raça delta avirulenta de Colletotrichum lindemuthianum Induction of systemic resistance to anthracnose in common bean by the avirulent delta race of Colletotrichum lindemuthianum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Diniz Campos

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial da raça delta avirulenta do fungo Colletotrichum lindemuthianum, como protetora contra raças virulentas deste fungo e quanto à capacidade de induzir resistência sistêmica em feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris. Quatro cultivares de feijoeiro foram avaliadas quanto às alterações nas atividades de beta 1,3 glucanase e quitinase, em dois estádios de desenvolvimento (V2 e R6, três dias após a aplicação de suspensão de esporos de C. lindemuthianum raça delta avirulenta, em comparação com aplicações de água e ácido salicílico. As plantas foram, então, infectadas com o patótipo virulento 33/95 de C. lindemuthianum em suspensão e, depois de cinco dias, foram reavaliadas quanto à atividade das enzimas. Observaram-se acréscimos significativos nas atividades da beta 1,3 glucanase e quitinase, após inoculação do fungo indutivo, nas duas avaliações, nos dois estádios de desenvolvimento. As atividades da beta 1,3 glucanase e da quitinase variaram entre as cultivares e entre os estádios de desenvolvimento das plantas. A correlação entre o índice de severidade da doen��a e a atividade das enzimas foi altamente significativa. O uso de C. lindemuthianum raça delta avirulenta diminuiu a severidade da doença e pode ter potencial para controlar a antracnose do feijoeiro.The objectives of this work were to evaluate the potential of the avirulent delta race of Colletotrichum lindemuthianum as a protector against virulent races of this fungus and induce systemic resistance to anthracnose in common bean (Phaseolus vulgaris. Four common bean cultivars were evaluated for changes in the activities of beta-1,3-glucanase and chitinase at two common bean developmental stages, V2 and R6, three days after the infection with delta race of C. lindemuthianum, in comparison with control applications of water and salicylic acid. The plants were then infected with a spore suspension of 33

  4. Doenças pós-colheita em variedades de manga cultivadas em Pindorama, São Paulo Postharvest diseases of mango varieties cultivated in Pindorama, State of São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Herman Fischer

    2009-06-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo avaliar a ocorrência de doenças pós-colheita em 15 variedades de manga, cultivadas em Pindorama-SP, sem adição de agroquímicos. Os frutos foram colhidos e submetidos a 24h de câmara úmida, permanecendo por mais nove dias a 25±2ºC e 70-80% de UR. A incidência de podridões e a severidade da antracnose foram avaliadas em intervalos de três dias. No início do armazenamento, os frutos foram caracterizados quanto aos teores de sólidos solúveis e acidez titulável. A antracnose foi a doença mais frequente nas quinze variedades de manga, com 100% de incidência um dia após a colheita dos frutos, seguida pela podridão peduncular com média entre as variedades de 20,8% ao final do armazenamento. Menor severidade de antracnose foi observada nas variedades Surpresa e Zill, enquanto menor incidência da podridão peduncular foi observada em 'Winter' e 'Pele-de-Moça'. Análises de correlação entre os parâmetros sólidos solúveis e acidez titulável das variedades com a intensidade da antracnose e da podridão peduncular foram significativas apenas entre acidez e antracnose, antes e após o período de armazenamento.The present work aims to evaluate the occurrence of postharvest diseases of 15 mango varieties, cultivated in Pindorama, state of São Paulo, without chemical products. Fruits were individualized and kept in a humid chamber for 24 h, previously at nine days period at 25±2ºC and 70-80% RH. The incidence of postharvest diseases and the severity of anthracnose were evaluated in three days intervals. At the beginning of the storage period, the fruits were also characterized as to soluble solids and titratable acidity content. Anthracnose was the main disease in the fifteen varieties of mangos, with 100% of incidence one day after harvest, followed by stem-end rot, with average among the varieties of 20.8% at the end of the storage. Smaller anthracnose severity was observed in the Surpresa

  5. Produção e qualidade dos frutos de pessegueiro e nectarineira em clima subtropical do estado de São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sarita Leonel

    2011-03-01

    Full Text Available Tendo em vista que o conhecimento do comportamento de uma cultura, em determinada região, determina o sucesso da produção, a qualidade do produto final e a garantia de aceitação pelo mercado consumidor, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a produção e as características físicas e físico-químicas de frutos de cultivares de pessegueiro e nectarineira, cultivados ou não tradicionalmente em São Paulo, mas que possam vir a apresentar uma opção de diversificação aos fruticultores do município de Botucatu-SP, e regiões climáticas semelhantes. O experimento foi realizado durante três ciclos agrícolas: 2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009, na Faculdade de Ciências Agronômicas, UNESP, Botucatu-SP. O clima da região é do tipo mesotérmico, Cwa, ou seja, subtropical úmido com chuvas no verão e seca no inverno. As cultivares de pessegueiro avaliadas foram: Turmalina, Cascata 968, Cascata 848, Cascata 587, Conserva 693, Precocinho, Diamante Mejorado, Oro Azteca, CP-9553CYN e Tropic Beauty. A cultivar de nectarineira avaliada foi 'Sun Blaze'. Foram avaliadas características de produção e qualidade dos frutos. Os resultados obtidos permitiram concluir que a cultivar Turmalina foi a mais produtiva. As cultivares Cascata 968 e Diamante Mejorado apresentaram o maior teor de sólidos solúveis, e as cultivares Cascata 587 e CP 9553 CYN, a maior relação sólidos solúveis/acidez titulável.

  6. AVALIAÇÕES FÍSICO-QUÍMICAS EM FRUTOS DE DIFERENTES GENÓTIPOS DE ACEROLA (MALPIGHIA PUNICIFOLIA L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MATSUURA FERNANDO CÉSAR AKIRA URBANO

    2001-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo avaliar quanto às características químicas e físico-químicas frutos de 12 genótipos de acerola (Malpighia punicifolia L., em processo de seleção pela Embrapa Mandioca e Fruticultura, visando a identificar aqueles com altos teores de vitamina C e elevada relação Brix/acidez. Os frutos analisados foram colhidos no estágio de maturação "de vez", na safra de setembro a outubro dos anos de 1997 e 1998. Os resultados obtidos para vitamina C variaram de 835 a 1820 mg de ácido ascórbico por 100 g de polpa, para sólidos solúveis totais de 6,0 a 11,6%, para acidez total titulável de 0,69 a 1,65%, para relação Brix/acidez de 4,24 a 11,59 e para pH de 3,08 a 3,57. Dentre os genótipos analisados, o CMF022 e o CMF019 apresentaram os maiores teores de vitamina C e os menores valores para a relação Brix/acidez, enquanto os genótipos CMF015, CMF008 e CMF010 apresentaram a maior relação Brix/acidez, nos dois anos do experimento.

  7. Resistência induzida em frutos de videira 'Isabel' (Vitis Labrusca e seus efeitos sobre a qualidade pós-colheita

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kedma Maria Silva Pinto

    2013-03-01

    Full Text Available A indução de resistência tem sido apontada como alternativa sustentável para o manejo de doenças, mas pouco se sabe sobre a interferência de tais produtos na qualidade pós-colheita dos frutos. Assim, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a produção e a maturação de frutos de videira 'Isabel' (Vitis labrusca, oriundos de plantas tratadas com elicitores de resistência, em Natuba-PB. Os experimentos foram realizados nos períodos de setembro de 2009 a janeiro de 2010 (safra 1 e de fevereiro a junho de 2010 (safra 2. Foram utilizados oito tratamentos (Testemunha; Fungicida (Metiram + Piraclostrobina; Fosfito de potássio; Agro-Mós®; Fungicida + Fosfito de potássio; Fungicida + Agro-Mós®; Fosfito de potássio + Agro-Mós® e Fungicida + Fosfito de potássio + Agro-Mós® e quatro repetições de 5 plantas. As aplicações foram realizadas a cada 10 dias, iniciando-se 20 dias após a poda, totalizando 12 aplicações. As coletas de frutos foram realizadas aos 45; 60;90 e 120 dias após a poda. As variáveis analisadas foram: massa dos cachos, comprimento e diâmetro dos cachos, rendimento de polpa, sólidos solúveis (SS, pH, acidez titulável (AT e relação SS/AT. O tratamento com fosfito de potássio promoveu o aumento de 24% no comprimento dos cachos, em relação à testemunha, na primeira safra. O rendimento de polpa e a relação SS/AT não foram influenciados pelos tratamentos, e o teor de sólidos solúveis foi influenciado positivamente pela aplicação de fosfito de potássio, com incrementos superiores a 60%, em ambas as safras avaliadas.

  8. Teor de cálcio em frutos de diferentes cultivares de feijão-vagem Calcium concentration in snap bean pods of different cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Édison Miglioranza

    2003-06-01

    Full Text Available Foi determinada a concentração de cálcio em frutos de feijão-vagem cultivares: Xera, Paulista, Florence, 274, F-15, Nerina, Anseme e UEL-1, em dois experimentos, em 1997 e 1998 em Londrina. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro repetições. Foram avaliadas as vagens classificadas como número 4 (8,3 a 9,4 mm de diâmetro. As concentrações de cálcio das cultivares foram comparadas pelo teste de Duncan a P The calcium concentration in the pods of several snap beans was studied in two experiments carried out in 1997 and 1998 in Londrina, Paraná state, Brazil. A randomized complete block design with four replications was used. Pods classified as number four (8.3 to 9.4 mm diameter were assessed. The calcium concentrations in the cultivars Xera, Paulista, Florence, 274, F-15, Nerina, Anseme and UEL-1 were compared by the Duncan test at P < 0.05. In the two years analyzed, the Xera cultivar presented the greatest calcium concentration with an average of 6.1 mg calcium/g dry matter, while the Nerina cultivar showed the lowest concentrations with 4.5 mg calcium/g dry matter. It was concluded that calcium accumulation in the pod was influenced by the genotype of the cultivar regardless of the agricultural year studied.

  9. ATIVIDADE RESPIRATÓRIA EM MITOCÔNDRIAS ISOLADAS DA POLPA DO MAMÃO UENF/CALIMAN 01 E TAINUNG 01 NA CONSERVAÇÃO DO FRUTO EM PÓS-COLHEITA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LÍGIA RENATA ALMEIDA DA SILVA

    2015-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo comparar a atividade respiratória em mitocôndrias isoladas e os atributos físicos e químicos da polpade dois híbridos de mamão, UENF/Caliman01 (UC01 e Tainung01,durante o amadurecimento dos frutos. Oamadurecimento dos frutos não mostrou diferenças significativas entre os genótipos na luminosidade (L, no croma (C e no ângulo hue da casca. A perda de massa (PMe as firmezas do fruto (FF e domesocarpo (FM diferiram entre os genótipos, sendo que a FF e a FM diminuíram com o tempo após a colheita,ao contrário da PM, que aumentou no mesmo período. A atividade respiratória nas mitocôndrias isoladas mostrou diferenças entre os genótipos quanto à respiração total (RT, sendo maior e decrescente no Tainung01 e constante no UC01 durante o amadurecimento dos frutos. Durante esse período, verificou-se que a participação da via oxidase alternativa (AOX foi crescente, contra uma participação decrescente da via citocromo oxidase (COX em ambos os híbridos, indicando um crescente desacoplamento das mitocôndrias, o que pode estar associado às rápidas transformações bioquímicas que acarretam a senescência do órgão. A partir desses resultados, sugere-se investigar materiais genéticos com menor atividade AOX, ou formas de minimizar a atividade respiratória nos frutos em pós-colheita. A AOX apresentou alta correlação positiva com a PM e negativa com a FF e a FM. O inverso foi observado para COX. A RT apresentou correlação positiva apenas com a FM. As correlações apontam a viabilidade de estimar a atividade respiratória por meiode análises mais simples, como a PM, a FF e a FM, facilitando a pesquisa na área.

  10. Variações anuais na produção de frutos e sementes de Castanheira-do-Brasil (Bertholletia excelsa Bonpl., Lecythidaceae em florestas nativas de Roraima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helio Tonini

    2014-02-01

    Full Text Available Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar as variações anuais na produção de frutos e sementes entre populações e indivíduos em castanhais nativos de Roraima. Os dados foram obtidos em cinco parcelas permanentes de 300 m x 300 m instaladas nos Municípios de Caracaraí e São João da Baliza. Nas parcelas permanentes, todas as castanheiras com diâmetro à altura do peito (DAP superior ou igual a 10 cm foram identificadas, medidas e numeradas através de placas de alumínio presas aos fustes por pregos. Durante o período de queda dos frutos (março a julho, as árvores foram visitadas em duas ocasiões no meio e no final desse período, e os frutos contados, abertos e pesados com balança de gancho digital com precisão de 50 g. A produção de frutos e sementes varia entre populações e indivíduos e a maioria não produz frutos todos os anos. No ano de maior produção, um castanhal chega a produzir 52 vezes mais do que em anos de baixa. Nos locais estudados, a produção total concentra-se em um pequeno número de indivíduos com um ano de pico de produção (mast-year.

  11. Resposta da aplicação do 1-MCP em frutos de mamoeiro 'Golden' em diferentes estádios de maturação Responses of 1-MCP applications in 'Golden' papaya fruits on differents maturation stages

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maximiliano Silva de Souza

    2009-09-01

    Full Text Available O estudo de fatores que influenciam no processo de amadurecimento é fundamental para o planejamento do processo de comercialização, principalmente em frutos com padrão de respiração climatérico e perecível, como é o caso do mamão. Nesse trabalho, avaliou-se o efeito da aplicação do 1-MCP (1-metilciclopropeno sobre o amadurecimento de frutos de mamoeiro nos estádios 0; 1 e 2 de maturação. O 1-MCP diminui a produção de etileno (≈79% e a taxa respiratória (≈45%, principalmente em frutos no estádio 0 de maturação. O uso deste inibidor da ação do etileno retardou a perda de coloração verde da casca dos frutos, principalmente em frutos nos estádios 0 e 1 de maturação. Houve redução na perda de firmeza do fruto e do mesocarpo nos estádios 1 e 2. Entretanto, em frutos no estádio 0 de maturação, a firmeza do mesocarpo manteve-se alta, o que pode comprometer a aceitação destes frutos pelo consumidor. O teor de sólidos solúveis não foi influenciado pela aplicação do 1-MCP. O efeito do 1-MCP na redução da atividade das enzimas PME e PG foi maior em frutos nos estádios 0 e 1 de maturação em comparação a frutos no estádio 2 de maturação. A atividade da PME demonstrou crescente aumento ao longo do período de armazenamento, porém a atividade da PG permaneceu baixa ao longo dos cinco primeiros dias, com aumento posterior. Os resultados mostraram que a PME exerce influência significativa na perda de firmeza da polpa nos primeiros dias, com atuação posterior da PG. O 1-MCP mostrou-se eficiente em retardar o processo de amadurecimento de frutos de mamoeiro, tornando-se mais eficiente quando associado a estádios de maturação iniciais.The study of factors that influence the process of ripening is critical for planning the marketing process, mainly in standard breathing climacteric and perishing fruits, as it is the case of papaya. In this work it was evaluated the effect of the application of 1-MCP (1

  12. Polinização e formação de frutos em araticum Pollination and fruit development in araticum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tadeu Robson Melo Cavalcante

    2009-01-01

    Full Text Available O araticum, Annona crassiflora Mart., é fruta típica do Cerrado brasileiro, com potencial econômico e alimentar, entretanto, há baixa produção. O objetivo deste trabalho foi avaliar o sistema reprodutivo do araticum e identificar seus possíveis polinizadores. O experimento foi desenvolvido no Estado de Goiás, Brasil, nos municípios de Goiânia, a 6° 35' 56,0" S 49° 16' 44,4" O; 727 m e Vila Propício, a 15°15' 37,0" S 48(0 42' 30,9" O; 696 m, em 2004 e 2005. O delineamento foi em blocos ao acaso com quatro tratamentos: polinização cruzada manual (T1; polinização natural (T2; autopolinização espontânea (T3 e autopolinização manual (T4. A viabilidade do pólen foi checada usando carmim acético a 1%. Em 2004, as porcentagens de frutos formados em Goiânia foram de 39,46%; 0% e 0% em T1, T2 e T3, respectivamente. Em Vila Propício foram: 31,11%; 4,65% e 0% em T1, T2 e T3 respectivamente. Em 2005, as porcentagens de frutos formados em Goiânia foram de 64,24%; 4,72%, 0% e 34,38%, em T1, T2, T3 e T4 respectivamente. Em Vila Propício, três espécies de besouros foram coletados nas flores de araticum e identificados como: Cyclocephala atricapilla Mannerheim, Cyclocephala latericia Hohne e Cyclocephala octopunctata Burmeister. Em Goiânia, somente Cyclocephala octopunctata foi coletado. A polinização cruzada manual resultou em alta frutificação. O araticum é espécie autocompatível, mas principalmente alogâmica.Typical fruit of brazilian Savannah, the araticum, Annona crassilfora Mart., presents economical and feed potential. However, presents low production. The aim of this work was to evaluate the reproductive system of araticum and to identify its possible pollinators. The experiment was conducted in the surroundings of Goiânia city, State of Goiás, Brazil (16°35'56,0" S 49°16'44,4" W; 727 m and Vila Propício (15°15'37,0" S 48°42'30,9" W; 696 m, during the seasons of 2004 and 2005. The outlining was in random

  13. Produção e qualidade de frutos de diferentes cultivares de morangueiro em ensaios conduzidos em Atibaia e Piracicaba Production and quality of some cultivars of strawberry fruits in field experiments at Atibaia and Piracicaba, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Henrique Conti

    2002-03-01

    Full Text Available Foram instalados experimentos em Atibaia (SP, região de clima ameno, e Piracicaba (SP, região de clima quente, no ano de 1996, com delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições e dezesseis plantas por parcela, com as cultivares Campinas, Dover, Guarani, Princesa Isabel e AGF 080. Dos frutos avaliou-se a presença de "pescoço", formato, teor de sólidos solúveis, pH, cor interna e externa, textura e a produção e seus componentes. Atibaia destacou-se pela produção maior de frutos (468,30 g/planta, maior número de frutos (46,75 frutos/planta e maior peso médio de fruto (10,06 g em relação a Piracicaba. As características do fruto e da planta do morangueiro foram pouco variáveis ao efeito de locais. As medidas de cor interna, textura e presença de pescoço possibilitaram indicar a cultivar Guarani como apto para o uso industrial e Dover como pouco indicado. Em função das medidas de peso, teor de sólidos solúveis, pH e textura, as cultivares Campinas, AGF 080 e Princesa Isabel são as mais adequadas ao consumo "in natura", enquanto que Guarani e Dover são pouco adequadas. Os dados de resistência à compressão, que estimam a textura dos frutos, comprovam que as cultivares Guarani, Dover e Princesa Isabel são as mais resistentes ao transporte e Campinas e AGF 080 as menos resistentes.Field experiments were carried out in São Paulo State (Brazil, in Atibaia, Cfb climate and Piracicaba, Cwa climate, in 1996. The experimental design was of randomized blocks with four replications and sixteeen plants per plot using the cultivars Campinas, Dover, Guarani, Princesa Isabel and AGF 080. The presence of neck, shape, yield, number and average weight, amount of soluble solids, pH, external and internal color, texture and components of yield and of the fruits were evaluated. Atibaia experiment resulted in greater production of fruits (468,30 g/plant, greater number of fruits (46,75 fruits/plant and greater fruit mean weight (10

  14. Danos de Conotrachelus dubiae (Coleoptera: curculionidae em frutos de camu-camu (Myrciaria dubia na Amazônia Central Damage of camu-camu (Myrciaria dubia fruits by Conotrachelus dubiae (Coleoptera: curculionidae in Central Amazonia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sidney Alberto do Nascimento Ferreira

    2003-12-01

    Full Text Available No Brasil, a ocorrência de Conotrachelus dubiae O'Brien, 1995 (Coleoptera: Curculionidae em camu-camu [Myrciaria dubia (H.B.K. McVaugh, Myrtaceae] tinha sido constatada somente em populações naturais. Relata-se sua ocorrência em um cultivo experimental, onde se avaliou os danos de C. dubiae em frutos de camu-camu, em diferentes graus de amadurecimento, entre 1999 e 2003. Os danos causados pela larva aumentaram com o amadurecimento dos frutos, havendo maior comprometimento da polpa do fruto (30 a 90% do que das sementes (7%. A incidência desse inseto pode implicar em perdas quantitativas significativas na produção de camu-camu.In Brazil, the occurrence of Conotrachelus dubiae O'Brien, 1995 (Coleoptera: Curculionidae in camu-camu [Myrciaria dubia (H.B.K. McVaugh, Myrtaceae] had only been verified in natural populations. This report describes its occurrence in an experimental cultivation, where damage of camu-camu fruits by C. dubiae at different ripening stages was evaluated between 1999 and 2003. The damage caused by the larva increased with the degree of ripening of the fruits, with greater damage of fruit pulp (30 to 90% than to seeds (7%. The incidence of this insect may cause significant quantitative losses in the camu-camu production.

  15. Qualidade dos frutos de tipos de melão,produzidos em ambiente protegido Quality of melon fruit type produced under protected system

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Micheline Tavares Paduan

    2007-01-01

    Full Text Available O interesse pela cultura do melão no Brasil tem aumentado muito nos últimos anos, pelas crescentes exportações e pelo incremento no consumo do mercado interno. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físicas e químicas, assim como a atividade da pectinametilesterase dos frutos de tipos de melão (Cucumis melo L., produzidos em ambiente protegido, no município de Centenário do Sul-PR. Os tipos estudados foram: Valenciano ('Amarelo-Ouro', Caipira ('Gaúcho Caipira', Net Melon ('Net Galia', Orange ('Orange Melon' e Pele-de-Sapo ('Filipo', com cinco repetições, utilizando seis frutos por repetição em delineamento inteiramente casualizado. Os frutos do Valenciano e Pele-de-Sapo destacaram-se quanto à massa, com valores 2,02 e 2,07 kg, respectivamente, e formatos alongados, enquanto os demais tipos apresentaram formatos arredondados e massa em torno de 1,4 kg. Os melões Pele-de-Sapo apresentaram espessura da polpa de 43,36 mm, estatisticamente superior à dos frutos Valenciano, com 38,98 mm. A menor espessura de polpa, 24,78 cm, e a maior espessura de casca, 9,74 mm, foram encontradas nos frutos do tipo Caipira que diferiu estatisticamente dos outros tipos. Os valores de pH não se apresentaram estatisticamente diferentes e variaram de 6,24 a 6,48. O Net Melon apresentou polpa com 12,3ºBrix e diferiu estatisticamente do Orange, Valenciano e Pele-de-Sapo, com 11;12; 10,34 e 9,94 ºBrix, respectivamente. O Caipira atingiu 5,06ºBrix, e também o menor conteúdo de acidez, 0,10 g de ac. cítrico.100-1 g de suco, o que inviabiliza sua comercialização. A atividade da pectinametilesterase na polpa dos frutos foi muito baixa, inferior a 0,005 PEu x 10(4 mL-1, nos cinco tipos avaliados. Na região norte do Paraná (Vale do Paranapanema, sob condições de cultivo protegido, os melões Pele-de-Sapo, Net Melon, Orange e Valenciano apresentaram boas características físicas e químicas dos frutos, destacando-se o Net Melon

  16. QUALIDADE DA POLPA DE MARACUJÁ AMARELO - SELEÇÃO AFRUVEC, EM FUNÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO DOS FRUTOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    T. S GOMES

    2009-01-01

    Full Text Available

    O maracujá amarelo, seleção AFRUVEC, tem grande aceitação no mercado para consumo in natura e para a industrialização. Foram avaliadas as características físicoquímicas na polpa obtida das frutas armazenadas em temperatura ambiente, cobertas com lona plástica e descobertas, no período entre o primeiro e o quinto dia após a colheita. As amostras foram analisadas por três colheitas distintas, em triplicata. Os parâmetros avaliados foram: peso bruto, dimensões dos frutos, cor da casca, rendimento de extração da polpa, sólidos solúveis totais, pH, acidez total titulável, ratio, densidade aparente e o teor de ácido ascórbico. A análise de variância para o modelo com dois fatores (cobertura e dia da avaliação revelou que as alterações observadas em todos os parâmetros analisados mostram que o produtor de maracujá não agrega vantagens ao cobrir e ao esperar 5 dias para comercializar as frutas.

  17. Características biométricas de frutos e sementes de Oenocarpus bataua Mart. com procedência em Almeirim, Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. A. Felizardo

    2015-12-01

    Full Text Available O patauá é uma palmeira pertencente à família botânica Arecaceae. A exploração deste tem como maiores potencialidades a produção de óleo vegetal. A biometria dos frutos é utilizada para verificar a variabilidade genética dentro de populações de uma mesma espécie e as relações desta com os fatores ambientais, além disso, pode contribuir para a tecnologia de produção de mudas de espécies nativas. Desse modo, este estudo tem por objetivo determinar as principais características biométricas de frutos e sementes, além do peso e do grau de umidade de patauá com procedência de Almeirim, Pará. O experimento foi conduzido no Laboratório de Tecnologia da Universidade Federal do Pará, Faculdade de Engenharia Florestal, Campus de Altamira. Os frutos foram colhidos maduros de matrizes selecionadas. A análise dos dados foi realizada com programa Microsoft Excel e o BIOESTAT 5.0. O comprimento e o diâmetro dos frutos e o comprimento e o diâmetro das sementes em estudo tiveram médias de 35,18 mm e 20,10 mm; 33,1 mm e 16,9 mm, respectivamente. A massa do fruto teve uma média de 9,6 g. Os maiores graus de umidade foram obtidos nos tratamentos com as sementes inteiras. O peso de mil sementes foi 5665 gramas. Biometric characteristics of fruits and seeds Oenocarpus bataua Mart. with Almeirim of origin, ParáABSTRACT - The patauá Is a palm tree belongs to the botanical family Arecaceae. The operation of these has the greatest potential to produce vegetable oil. Biometrics fruit is used to verify the genetic variability within populations of the same species and the relationship of this variability with environmental factors also may contribute to the production technology of seedlings of native species. Thus, this study aims to determine the main biometric characteristics of fruits and seeds, in addition to weight and degree of humidity of Oenocarpus bataua with origin of Almeirim, Pará. The experiment was conducted at the

  18. Melhoramento do cafeeiro: VII - Ocorrência de lojas vazias em frutos de café "mundo novo" Coffee breeding: VII - Empty fruit locules in the mundo novo coffee

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H. Antunes Filho

    1954-01-01

    Full Text Available Êste trabalho descreve a estrutura do fruto e o método utilizado na determinação da freqüência de lojas vazias dos frutos do cafeeiro, nas quais não se encontram sementes. Êste método consiste em colher, de cada planta, uma amostra ao acaso de 100 frutos maduros, que são cortados transversalmente, anotando-se em folhas apropriadas o número de sementes dos tipos chato, moca e concha, as que ocorrem em número de três por fruto e o número de lojas vazias, desprovidas de sementes. Esta última anomalia parece resultar da paralização do desenvolvimento do endosperma, o que provavelmente se dá quando esse tecido deveria começar a preencher a cavidade já bem desenvolvida do fruto. Quando isto ocorre, a loja do fruto continúa a se desenvolver normalmente, porém sem formação de semente normal. Em geral, apenas um resto de tecido se encontra dentro das lojas vazias. Pequena porção de endosperma é às vêzes encontrada, contendo ou não um pequeno embrião. Desde 1950 vêm se examinando amostras de frutos maduros do café Mundo Novo (Coffea arabica L. var. bourbon (B. Rodr. Choussy, colhidas em tôdas as plantas de progênies plantadas nas Estações Experimentais de Campinas, Pindorama, Mocóca e Jaú, a fim de se determinar a freqüência de lojas vazias para cada uma dessas plantas. Em algumas progénies examinadas, oriundas de sementes de polinização não controlada, quasi tôdas as plantas produzem apenas pequenas quantidades de frutos com lojas desprovidas de sementes em amostras de 100 frutos, independentemente da região onde se acham plantadas. Outras progênies apresentam plantas que produzem frutos com baixa quantidade de lojas sem sementes e plantas nas quais essa quantidade é maior. A relação entre êsses tipos de plantas é relativamente constante para as mesmas progênies em regiões diferentes. A quantidade de frutos com lojas desprovidas de sementes, em amostras de 100 frutos, para uma dada planta, permanece

  19. Fungicides and silicate clay on the control of antracnosis in yellow passionfruitFungicidas e argila silicatada no controle da antracnose do maracujá amarelo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Martins Peruch

    2012-10-01

    ções. Tebuconazole e argila silicatada proporcionaram os melhores resultados no controle da doença pela redução significativa da AACPD e SEVF em relação à testemunha. Oxicloreto de cobre diferiu da testemunha apenas para SEVF. Tratamento com tebuconazole reduziu AACPD e SEVF em 75% e 71%, e argila silicatada em 82% as variáveis, respectivamente. Oxicloreto de cobre reduziu SEVF em 76%. As curvas de progresso da doença corroboram os resultados pelo menor crescimento da antracnose para tebuconazole e da argila silicatada. O Tebuconazole e a argila silicatada são eficientes no controle da antracnose do maracujazeiro.

  20. Caracterização e divergência genética de acessos de Passiflora edulis e P. cincinnata com base em características físicas e químicas de frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Barbosa de Sousa

    2012-09-01

    Full Text Available A caracterização tem sido efetuada em Coleções de Germoplasma, gerando informações sobre a descrição e a classificação do material conservado, para subsidiar programas de melhoramento genético, por identificar indivíduos desejáveis e quantificar a diversidade disponível. Neste trabalho, objetivou-se caracterizar e quantificar a divergência genética de acessos de Passiflora edulis e P. cincinnata com base em características físicas e químicas de fruto. O material genético utilizado constou de seis acessos provenientes do Banco de Germoplasma da Universidade Estadual Paulista, Câmpus de Jaboticabal-SP. Os frutos foram avaliados com relação às características físicas: peso, tamanho e diâmetro do fruto, espessura da casca, número de sementes e rendimento de suco; e químicas: teor de sólidos solúveis e acidez total titulável. Os seis acessos diferiram com relação a todos os caracteres avaliados, indicando a presença de variabilidade genética e, consequentemente, a possibilidade de obtenção de ganhos genéticos com a seleção de genótipos superiores. A divergência genética entre os acessos foi analisada pelo método de agrupamento de Tocher, com o emprego da distância de Mahalanobis, como medida de dissimilaridade, formando-se dois grupos. As estimativas das correlações genéticas positivas mais elevadas, associadas ao rendimento de suco, foram com número de sementes/fruto, diâmetro do fruto, comprimento do fruto e peso do fruto. O método de Singh, utilizado para estimar a contribuição relativa de cada caráter na expressão da divergência genética entre os seis acessos, mostrou que o tamanho do fruto e o rendimento de suco foram as características que mais contribuíram, e que acidez total titulável apresentou menor contribuição.

  1. Diversidade genética em castanheira-do-gurgueia (Dipteryx lacunifera Ducke com base em características físicas e químico-nutricionais do fruto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisca Samara de Carvalho Ribeiro

    2012-03-01

    Full Text Available Este estudo teve como objetivo avaliar a divergência genética entre 23 genótipos de castanheira-do-gurgueia, com base em características físicas e químico-nutricionais do fruto. Os frutos foram coletados em áreas de ocorrência natural da espécie no cerrado do sudoeste piauiense. As características físicas analisadas foram: (a fruto - massa média (MMF; comprimento (CF; largura (LF; espessura (EF, e massa média do pericarpo (MMP; e (b castanha - massa média (MMC; comprimento (CC; largura (LC, e espessura (EC. As características químico-nutricionais da castanha analisadas foram: gordura (G; proteína bruta (PB; fibra bruta (FB; cinzas (CZ; carboidratos totais (CT; energia (E, e minerais (P, K, Ca, Mg, Mn, Fe, Cu e Zn. A divergência genética foi estimada utilizando a distância generalizada de Mahalanobis (D² como medida de dissimilaridade. Estimou-se, também, a importância relativa das características na divergência genética. Os métodos de agrupamento utilizados foram de Tocher e UPGMA. Os genótipos apresentaram variabilidade para a maioria das características analisadas. Os genótipos G-17 e G-18 são os mais divergentes, e os genótipos G-3 e G-16 são os mais similares. As características que tiveram as maiores contribuições para a divergência entre os genótipos foram MMP, MMF, E, FB, CT e PB. A castanha-do-gurgueia é uma boa fonte de P, K, Mg, PB, FB, CT e E.

  2. Qualidade de frutos de cinco híbridos de melão rendilhado em função do número de frutos por planta Quality of fruits of five musk melon cultivars in function of the number of fruits per plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Castoldi

    2008-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo avaliar a qualidade de cinco híbridos de melão rendilhado, com dois e três frutos por planta, utilizando fibra da casca de coco e fertirrigação. Para tanto, foi instalado um experimento em casa de vegetação na UNESP-FCAV, Câmpus de Jaboticabal, com delineamento experimental em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 2, com quatro repetições. Os fatores avaliados foram cinco híbridos de melão rendilhado (Maxim, Bônus nº 2, Shinju 200, Fantasy e Louis e número de frutos por planta (2 ou 3 frutos. Os frutos foram colhidos quando atingiram o máximo do desenvolvimento. Foram avaliados: sólidos solúveis, acidez titulável, pH, vitamina C e massa média dos frutos. Para todas as características avaliadas, não houve interação entre híbridos e o número de frutos por planta. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que o híbrido Bônus nº 2 apresentou o maior número de características qualitativas desejáveis quando cultivada sob ambiente protegido, utilizando fibra da casca de coco e fertirrigação. O número de frutos por planta não afetou as características qualitativas avaliadas, exceto o teor de sólidos solúveis e massa média dos frutos, sendo maior quando deixados dois frutos por planta.The aim of this work was to evaluate the quality of five cultivars muskmelon, conducted with two or three fruits per plant, using coconut fiber and fertirrigation. This research was carried in green house conditions in UNESP-FCAV, Campus of Jaboticabal, with experimental design of randomized blocks in factorial scheme 5 x 2, with four replications. The studied factors were five cultivars muskmelon (Maxim, Bônus 2, Shinju 200, Fantasy e Louis and number of fruits per plant (2 or 3 fruits. Fruits were harvested after they have achieved the maximum growth. The following parameters were studied: soluble solids; total tritritable acidity; vitamine C and average mass of the fruit. There wasn

  3. Atividade antimicrobiana, antioxidante e teor de compostos fenólicos em casca e amêndoa de frutos de manga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kettelin Aparecida Arbos

    2013-04-01

    Full Text Available O processamento industrial de frutos de manga gera elevada quantidade de resíduos agroindustriais, representados pelas cascas e sementes (amêndoa, os quais, sem aplicação viável, acabam sendo descartados diretamente no meio ambiente. Esses resíduos são ricos em compostos bioativos, amplamente reconhecidos pelas suas propriedades promotoras da saúde e em aplicações tecnológicas. Os objetivos foram avaliar as atividades antimicrobiana e antioxidante e o teor de compostos fenólicos de dois extratos: um obtido da casca (FC e outro da amêndoa (FA de manga variedade 'Tommy Atkins'. O teor de compostos fenólicos totais variou de 3.123 a 6.644 mg de catequina/100 g. Os extratos FC e FA demonstraram relevante atividade antimicrobiana frente às cepas das bactérias Escherichia coli, Salmonella sp., Pseudomonas aeruginosa . Staphylococcus aureus, determinadas pelo método de difusão em disco. A ação antioxidante de FC e FA aumentou com o aumento das concentrações testadas, atingindo o valor máximo de 88% (FC. Em todas as concentrações testadas os extratos FC apresentaram ação antioxidante significativamente superior às respectivas concentrações dos extratos FA. Esses resultados sugerem potencial aplicação dos resíduos de manga como fonte de compostos fenólicos, substâncias antimicrobianas e antioxidantes, podendo ser explorados pelas indústrias de alimentos.

  4. Avaliação do número e posição de frutos de melancia produzidos em ambiente protegido Evaluation of the number and position of watermelon fruits cultivated in a greenhouse

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santino Seabra Júnior

    2003-12-01

    Full Text Available Estudou-se a produção de melancia, cultivar New Kodama, avaliando 1 ou 2 frutos por planta fixados nos ramos entre o 8º e 11º nó e 1 ou 2 frutos por planta fixados nos ramos entre o 13º e 16º nó, no sistema tutorado em ambiente protegido. O experimento foi conduzido na UNESP, em Botucatu (SP, de outubro a dezembro de 2000. Avaliou-se a produção total de frutos por planta, peso médio de frutos e teor em sólidos solúveis totais (ºbrix. A produção foi menor (2,04 kg/planta quando manteve-se apenas um fruto fixado do 8º ao 11º nó, do que quando manteve-se dois frutos (2,57 kg/planta, mas não houve diferença significativa quando manteve-se um ou dois frutos fixados do 13º ao 16º nó, produzindo cerca de 2 kg por planta. Observou-se também maior peso médio de frutos (2,05 kg/fruto e maior teor de sólidos solúveis totais (8,78ºbrix quando mantidos apenas um fruto por planta e maior teor de sólidos solúveis totais (8,21ºbrix nos frutos mantidos do 8º ao 11º nó.The fruit production of watermelon, cultivar New Kodama, grown in two positions along the stem (8th-11th node and 13th-16th node, with one or two fruits per position was evaluated, under protected cultivation. The experiment was performed in Botucatu, São Paulo State, Brazil, from October to December, 2000. The total fruit production (kg/plant, the average fruit weight (kg/fruit and the total soluble solids were evaluated. When only one fruit was allowed to grow between the 8th and 11th node, total fruit production was lower (2,04 kg/plant than keeping two fruits (2,57 kg/fruit. However, the fruit production was similar (2,0 kg/plant to one or two fruits when they were allowed to grow between the 13th and 16th node. The average fruit weight (2,05 kg/fruit and total soluble solids (8,78ºbrix were higher in fruits grown from plants with only one fruit, than two fruits per plant. Total soluble solids were also higher in fruits grown from 8th to 11th (8,21ºbrix

  5. Detecção de capsaicina em extratos dos frutos verdes e maduros de Capsicum baccatum L. pelas metodologias de cromatografia em camada delgada e histoquímica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tamires de Souza RODRIGUES

    2015-01-01

    Full Text Available A pimenta dedo-de-moça (Capsicum baccatum L. é uma espécie utilizada no mundo inteiro pelo seu sabor picante e por possuir inúmeras atividades medicinais. Essas atividades farmacológicas são proporcionadas por um grupo de substâncias presentes, os capsaicinoides, além de taninos, flavonoides, vitamina C, entre outros. Dos capsaicinoides presentes, a capsaicina possui especial importância. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a presença da capsaicina nos extratos dos frutos verdes e maduros de Capsicum baccatum L. pelas metodologias de cromatografia em camada delgada e histoquímica. Os extratos foram preparados com acetona. A cromatografia foi realizada com placas de sílica gel G4, eluída com hexano:acetato de etila (60:40 e reveladas com reagente de Dragendorff. A capsaicina pode ser detectada somente no estágio imaturo (verde dos frutos de Capsicum baccatum L. pela metodologia de cromatografia em camada delgada e pelo teste histoquímico.

  6. Ação e caracterização química de óleos essenciais no manejo da antracnose do maracujá Chemical characterization and action of essential oils in the management of anthracnose on passion fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    César Fernandes Aquino

    2012-12-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar dois métodos de inoculação de Colletotrichum gloeosporioides em maracujá, testar a patogenicidade de diferentes isolados, o efeito fungitóxico e a composição química dos óleos essenciais das espécies medicinais alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham., capim-santo [Cymbopogon citratus (D. C. Stapf.], alfavaca-cravo (Ocimum gratissimum L., no controle da antracnose [Colletotrichum gloeosporioides (Penz.], associado ao estádio de maturação de frutos de maracujazeiro-amarelo. Avaliaram-se três experimentos, onde se testou a patogenicidade de seis isolados do fungo em delineamento inteiramente casualizado, com seis repetições, outro com o mesmo delineamento em esquema fatorial 2x2 (suspensão de conídios e disco de micélio e frutos (verdes e maduros, com seis repetições. No tratamento com frutos, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x3+1, sendo cinco concentrações (0; 2; 4; 6 e 8µL mL-1 e três espécies medicinais, mais o tebuconazol, com cinco repetições. Fez-se a caracterização química dos óleos por cromatografia gasosa, com espectrometria de massas. Todos os isolados foram patogênicos. Os frutos maduros apresentaram maior diâmetro das lesões, quando inoculados com suspensão de conídios. O óleo de C. citratus proporcionou o menor diâmetro das lesões nos frutos, até a concentração de 6 µL mL-1. Na concentração de 8 µL mL-1, todos os óleos inibiram o desenvolvimento do fungo. O timol (30,24%, o citral (77,74% e o eugenol (92,89% foram componentes majoritários em L. sidoides, C. citratus e O. gratissimum, respectivamente.The objective was to evaluate two methods of inoculation of Colletotrichum gloeosporioides on passion fruit, test the pathogenicity of different isolates, fungitoxic effect and the chemical composition of the essential oils from medicinal plants Lippia sidoides (Cham., Cymbopogon citratus (D. C. Stapf. and Ocimum gratissimum (L., in

  7. Fenologia e produção de frutos de Caryocar brasiliense Cambess. E Enterolobium gummiferum (Mart. J.F.Macbr. em diferentes regimes de queima

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Françoso

    2014-08-01

    Full Text Available O conhecimento dos períodos reprodutivos e vegetativos das plantas é de extrema importância para coletas de sementes e produção de mudas. No Cerrado, as interações da biota com o fogo são de grande interesse, já que esses fatores estão intimamente relacionados e podem ser determinantes na manutenção das populações vegetais. Durante 12 meses, foi estudada a fenologia de duas espécies nativas do Cerrado (Enterolobium gummiferum (Mart. J.F.Macbr. e Caryocar brasiliense Cambess. em dois regimes de queima: em sítio mantido sob queima bienal modal no mês de agosto (PBM e em sítio controle, livre de fogo há 14 anos (PC. Os testes de uniformidade foram realizados para verificar a sazonalidade das fases fenológicas. A seleção de modelos por critério de informação de Akaike foi realizada utilizando as variáveis climáticas da área de estudo para identificar quais delas são melhores preditoras das fases fenológicas. A produção de frutos foi estimada nos dois tratamentos. Praticamente, todas as fenofases apresentaram picos de produtividade, com exceção da brotação foliar de C. brasiliense em PC, queda foliar da mesma espécie nos dois tratamentos e E. gummiferum na PC. Em geral, o comportamento fenológico de ambas as espécies não diferiu de outros estudos. Porém, o fogo retardou a troca de folhas e inibiu as fases reprodutivas de C. brasiliense, o que corrobora o comportamento já observado em outras espécies nativas do Cerrado em áreas com incidência de queimadas.

  8. Caracterização de frutos e sementes em acessos de maracujá silvestre (Passiflora foetida L. Characterization of fruits and seeds of wild passion fruit (Passiflora foetida L..

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    W.S. Soares

    2011-01-01

    Full Text Available A espécie Passiflora foetida L.é uma trepadeira exótica cujas folhas e frutos possuem propriedades medicinais. No Brasil, a erva é utilizada na forma de extratos ou emplastros para erisipelas e doenças de pele com inflamação. O objetivo deste trabalho foi caracterizar cinco acessos de Passiflora foetida L. baseados em 17 descritores morfológicos O experimento foi conduzido em casa de vegetação em delineamento inteiramente ao acaso, com 15 repetições por genótipo. As variáveis analisadas foram cor da casca do fruto, formato do fruto, comprimento do fruto, diâmetro do fruto, massa fresca do fruto, comprimento do pedicelo, cor da polpa do fruto, espessura da casca, acidez titulável, sólidos solúveis, potencial hidrogeniônico, razão sólidos solúveis/ acidez titulável, comprimento da semente, diâmetro da semente, espessura da semente, massa fresca das sementes e o número de sementes por fruto. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de médias pelo teste Tukey a 5% de probabilidade. Houve diferença significativa pelo teste F a 5% de probabilidade, entre os genótipos para quase todas as características com exceção da espessura da casca, massa fresca do fruto, comprimento da semente e massa fresca das sementes. A característica que apresentou maior variação foi o teor de sólidos solúveis. E entre os genótipos, o acesso 5 foi o que apresentou as maiores médias pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, em todas as características analisadas, podendo ser utilizado em programas de melhoramento da espécie.The species Passiflora foetida L. é an exotic vine, which leaves and fruit have medicinal properties. In Brazil, the herbis used in the form of extracts or poultices for erysipelas and skin diseases with inflammation. The aim of this study was to characterize five Passiflora foetida L. accessions based on 17 morphological descriptors The experiment was conducted in a greenhouse in a completely

  9. Produtividade e teor de sólidos solúveis de frutos de cultivares de morangueiro em ambiente protegido Yield and soluble solids contents of fruits of strawberry cultivars in protected cultivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliano Tadeu V de Resende

    2010-06-01

    Full Text Available O cultivo protegido é uma alternativa para controlar variações climáticas em diferentes locais e épocas de plantio, entretanto, seus efeitos e interações com a cultura do morangueiro ainda são pouco conhecidos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência de três sistemas de cultivo (túnel alto, túnel baixo e a campo na produtividade, massa média de frutos e no teor de sólidos solúveis dos frutos das cultivares de morango Dover, Camarosa, Sweet Charlie e Oso Grande em Guarapuava-PR. Quanto à produtividade e massa média de frutos, a cultivar Camarosa foi a melhor nos cultivos em túnel, tanto alto quanto baixo, pelo seu excelente desempenho. Os frutos da cultivar Sweet Charlie apresentaram o maior teor de sólidos solúveis nos três ambientes de cultivo. A produtividade e a massa média dos frutos foram significativamente superiores nos cultivos em túneis, alto e baixo, quando comparados ao cultivo a campo. O ambiente que propiciou maior acúmulo de sólidos solúveis nos frutos foi o túnel alto, diferindo significativamente dos demais ambientes de cultivo.Protected cultivation is an alternative to control the climatic effects in different places and times of planting, however, its effects and interactions with the strawberry crop are little known. The goal of this study was to evaluate the effects of three cropping systems (high tunnel, low tunnel and field on yield, mean fruit mass and the soluble solids contents of strawberry cultivars Dover, Camarosa, Sweet Charlie and Oso Grande in Guarapuava. Camarosa cultivar presents an excellent performance regarding yield and mean fruit mass in high and low tunnel cultivation; hence, these cropping system can be indicated. Fruits of Sweet Charlie cultivar had the highest content of soluble solids in all the cultivation environments. Yield and mean fruit mass obtained from high and low tunnels were significantly higher than in the field. The environment high tunnel allowed

  10. Qualidade de frutos de pitaya em função da época de polinização, da fonte de pólen e da coloração da cobertura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Castro correia da Silva

    2011-12-01

    Full Text Available A pitaya (Hylocereus undatus é uma cactácea propagada vegetativamente, o que resulta em pequena ou nula variabilidade nos plantios comerciais. Devido a diversos estudos mostrarem que a espécie é auto ou parcialmente incompatível, realizou-se este trabalho com o intuito de verificar a eficiência de polinização da pitaya autofecundada e utilizando-se de pólen de H. polyrhizus e Selenicereus setaceus, além da influência da época do ano e da coloração da cobertura da tela plástica na qualidade dos frutos. O experimento foi realizado na Área de Fruticultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP, Campus de Jaboticabal, num delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 X 2 X 2 (três espécies doadoras de pólen X duas colorações de cobertura de sombrite, branca e preta, com 50% de sombreamento X duas épocas do ano, com quatro repetições para cada espécie doadora de pólen, em cada uma das coberturas. As flores foram emasculadas em duas épocas (março e abril e polinizadas manualmente. As variáveis avaliadas foram porcentagem de pegamento dos frutos, características físicas e químicas dos frutos (comprimento e diâmetro, massas total, de polpa e de casca, % de polpa, espessura da casca, pH, teor de sólidos solúveis (ºBrix, teor de vitamina C, acidez titulável, índice de maturação - ST/AT e dias da antese até a colheita. Não houve frutificação nas flores autopolinizadas, enquanto as polinizadas com pólen de H. polyrhizus e S. setaceus obtiveram 100% de pegamento. Pode-se concluir que há necessidade de interplantio de plantas de H. undatus (clone avaliado com H. polyrhizus ou S. setaceus para a ocorrência de frutificação, sendo que a utilização de H. polyrhizus como doadora de pólen proporciona a obtenção de frutos com maior massa e menor acidez. As condições climáticas ocorridas durante o desenvolvimento dos frutos, nas épocas estudadas, afetaram a

  11. Produtividade e qualidade de tomates Santa Cruz e Italiano em função do raleio de frutos Yield and fruit quality of Santa Cruz and Italian tomatoes depending on fruit thinning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando H Shirahige

    2010-09-01

    Full Text Available O manejo do tomateiro cultivado em ambiente protegido, com ênfase no raleio de frutos, pode contribuir de forma significativa para a produção de frutos de qualidade superior, expressando assim o potencial de cada cultivar. Foi avaliado o efeito do raleio de frutos na produtividade e seus componentes e em alguns atributos de qualidade de frutos de genótipos de tomateiro dos segmentos Santa Cruz e Italiano de crescimento indeterminado, visando ao consumo in natura. Avaliaram-se 12 genótipos de tomate de mesa (seis híbridos experimentais e seis cultivares e dois modos de condução (plantas conduzidas com e sem raleio de frutos. O experimento foi com parcelas subdivididas, distribuídas em blocos completos ao acaso com três repetições. As parcelas foram representadas pelos genótipos e as subparcelas pelos modos de condução. Avaliaram-se o número de frutos por planta, produtividade comercial de frutos, produtividade de frutos não-comercializáveis, massa média do fruto, comprimento e largura do fruto, pH, teor de sólidos solúveis totais (SS, acidez titulável (AT, relação entre SS e AT, teor de ácido ascórbico e teor de licopeno. O raleio dos frutos proporcionou incremento da produtividade comercial, massa média, comprimento e largura do fruto para os híbridos THX-02 e THX-03, do segmento Santa Cruz, e THX-04, THX-05 e Netuno, do segmento Italiano e não mostrou vantagens para a produção e seus componentes para os demais genótipos e características avaliadas. Considerando o raleio de frutos, os genótipos Giuliana e Sahel obtiveram maior produtividade comercial e massa média do fruto. Sem o raleio de frutos, 'Netuno' alcançou maior número de frutos por planta, porém, o híbrido Sahel foi quem se destacou por apresentar maior produtividade comercial e massa média do fruto. O raleio não influenciou a qualidade organoléptica dos genótipos avaliados. 'Avalon' apresentou maior teor de ácido ascórbico que 'Netuno' e

  12. Produção de frutos de laranjeira pêra e teores de nutrientes nas folhas e no solo, em Latossolo Vermelho-Escuro do Noroeste do Paraná

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Fidalski

    1999-06-01

    Full Text Available A cobertura vegetal das entrelinhas dos pomares cítricos é uma prática necessária nos solos arenosos originários da formação geológica do arenito Caiuá do Paraná. O estudo foi realizado em um experimento de laranjeira pêra sobre o porta-enxerto limão-cravo instalado no campo em 1993, no município de Alto Paraná, em um Latossolo Vermelho-Escuro, onde estavam sendo avaliados seis diferentes sistemas de manejo do solo das entrelinhas do pomar. Na safra agrícola de 1995/96, foram coletadas amostras de folha e solo nas entrelinhas e faixas de adubação nas camadas de 0-20 e 20-40 cm e avaliados a produção e o número de frutos. A produção e o número de frutos correlacionaram-se, positivamente, com as características químicas do solo Ca, Mg, pH e V das entrelinhas do pomar e, negativamente, com Al e H + Al. Os teores foliares de Ca correlacionaram-se, positivamente, com a produção e o número de frutos. O nível crítico de Ca nas folhas foi de 29,72 g kg-1.

  13. Avaliação fitoquímica e potencial cicatrizante do extrato etanólico dos frutos de Jucá (Libidibia ferrea em ratos Wistar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Yuri Teiichi da Silva Kobayashi

    2015-04-01

    Full Text Available Libidibia ferrea é uma planta muito utilizada popularmente para fins terapêuticos, inclusive para acelerar processos de cicatrização de feridas cutâneas. O presente trabalho pesquisou a composição química e avaliou o potencial cicatrizante do extrato etanólico dos frutos de L. ferrea (Mart. ex Tul. em ratos. Foram utilizados 24 ratos Wistar divididos em quatro grupos. De todos os animais, foi retirado um fragmento de pele do dorso e cada grupo recebeu um tratamento diferente: solução de NaCl 0,9%, digliconato de clorexidina 1%, extrato etanólico dos frutos de Libidibia ferrea 12,5% e 50%. O processo de cicatrização foi avaliado macro e microscopicamente. Para a cicatrização de pele em ratos o extrato etanólico dos frutos de L. ferrea a 12,5% é significativamente mais eficiente do que a 50%. Saponinas, ácidos orgânicos, açúcares redutores, fenóis e taninos, sesquiterpenolactonas e outras lactonas, e antraquinonas foram encontrados no extrato.

  14. Relação entre características morfológicas de frutos e incidência de podridão carpelar em clones de macieira 'Gala' e 'Fuji' sobre diferentes porta-enxertos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiane Nunes Silveira

    2013-03-01

    Full Text Available A podridão carpelar tem-se tornado uma importante doença no Brasil, deixando de ser considerada uma doença secundária dentro do grupo das doenças de verão. O desenvolvimento e o formato dos frutos podem ser influenciados por eventos climáticos que ocorrem durante o período de polinização e frutificação da macieira. Além de outros fatores como nutrição das plantas, manejo da condução, tipo de porta-enxerto e cultivar copa. As alterações no formato dos frutos advindas destes fatores podem influenciar no aumento da intensidade da doença. O objetivo deste trabalho foi relacionar características morfológicas de frutos com a incidência de podridão carpelar, em clones de macieira, utilizando diferentes porta-enxertos, durante os ciclos de produção de 2009/2010 e 2010/2011, no município de Vacaria, no Estado do Rio Grande do Sul. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em arranjo fatorial 9 x 2, com nove clones das cultivares Gala e Fuji e dois porta-enxertos EM-9 e Marubakaido com interenxerto de EM-9. As características morfológicas dos frutos avaliados foram: relação entre comprimento e diâmetro de frutos (C/D, distância entre lóbulos, abertura calicinar, comprimento do tubo calicinar, número de sementes e classe de sintomas da doença nos carpelos. A doença não foi identificada nos clones da cultivar Gala, em ambos os ciclos de produção. Houve interação entre os fatores clones e porta-enxertos para as características morfológicas avaliadas, em ambos os ciclos de produção. A maior incidência da doença nos clones de 'Fuji' apresentou uma relação positiva com as características morfológicas dos frutos com maior abertura calicinar, menor relação C/D e maior distância entre lóbulos dos frutos, quando comparados aos clones de 'Gala'. O clone 'Fuji Suprema', enxertado sobre porta-enxerto EM-9, apresentou 19,33 % de incidência de podridão carpelar, sendo significativamente superior

  15. Qualidade fisiológica de sementes de pimenta em função da idade e do tempo de repouso pós-colheita dos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Elder Carlos Bezerra Pereira

    Full Text Available Um aspecto importante da produção de sementes é a determinação da maturidade fisiológica e do momento adequado de colheita, visando obter sementes de alta qualidade, minimizando a sua deterioração no campo. Diante disso, esta pesquisa teve por objetivo estudar a influência do estado de maturação dos frutos e dos períodos de repouso pós-colheita na qualidade fisiológica de sementes de pimenta (Capsicum baccatum L., variedade Dedo-de-Moça, para determinação do ponto adequado para colheita das sementes. Os frutos foram colhidos em quatro estádios de maturação, com base na sua coloração: verde intenso (15 DAA, verde amarelado (25 DAA, verde avermelhado (35 DAA e vermelho intenso (45 DAA e submetidos ao armazenamento por 0; 5 e 10 dias para então, proceder à extração das sementes. Foram determinados o peso dos frutos, comprimento, diâmetro e espessura da polpa. A qualidade das sementes foi avaliada pelos testes de germinação, primeira contagem de germinação, emergência de plântulas, grau de umidade, massa seca de 100 sementes, peso de mil sementes e condutividade elétrica. Diante dos resultados, conclui-se que a maturidade fisiológica das sementes de pimenta, variedade Dedo-de-Moça, é indicada pela coloração vermelho intenso dos frutos (45 DAA; o repouso pós-colheita dos frutos por dez dias melhora o potencial fisiológico das sementes.

  16. Avaliação fitoquímica e potencial cicatrizante do extrato etanólico dos frutos de Jucá (Libidibia ferrea) em ratos Wistar

    OpenAIRE

    Yuri Teiichi da Silva Kobayashi; Vívian Tavares de Almeida; Talita Bandeira; Bianca Nascimento de Alcântara; Andressa Santa Brígida da Silva; Wagner Luiz Ramos Barbosa; Paula Barbosa da Silva; Maria Vivina Barros Monteiro; Milton Begeres de Almeida

    2015-01-01

    Libidibia ferrea é uma planta muito utilizada popularmente para fins terapêuticos, inclusive para acelerar processos de cicatrização de feridas cutâneas. O presente trabalho pesquisou a composição química e avaliou o potencial cicatrizante do extrato etanólico dos frutos de L. ferrea (Mart. ex Tul.) em ratos. Foram utilizados 24 ratos Wistar divididos em quatro grupos. De todos os animais, foi retirado um fragmento de pele do dorso e cada grupo recebeu um tratamento diferente: solução de NaCl...

  17. Efeito da aplicação do cloreto de cálcio nos frutos da manga 'Tommy Atkins' tratados hidrotermicamente Effect of calcium chloride application on mango fruit cv. Tommy Atkins hydrothermally treated

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Murillo Freire Júnior

    1999-05-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi estudar os efeitos da aplicação de cloreto de cálcio, associado ao tratamento hidrotérmico em frutos de manga (Mangifera indica L.. Verificou-se que a associação do tratamento hidrotérmico à aplicação de cloreto de cálcio é viável, e que existe uma correlação positiva entre o Ca aplicado e a quantidade deste elemento na casca, porém com pouca penetração para a polpa do fruto, o que demonstra que o Ca age positivamente na diminuição dos sintomas da antracnose. Pelo contraste apresentado na aparência externa dos frutos, a aplicação de cloreto de cálcio a 4% mostrou melhores resultados, porém sem garantir a qualidade final exigida para a exportação dos frutos. A aplicação de cloreto de cálcio não se mostrou efetiva no aumento do período de conservação dos frutos.The aim of this work was to study the effects of the application of calcium chloride associated with hydrothermal treatment on post-harvest preservation of mango fruit (Mangifera indica L.. The Ca absorption by mango peel and flesh was investigated using the same conditions usually employed for the fruit exportation to the american market. It was verified that the association of heat treatment to Ca application was viable. There was a positive correlation between the amount of Ca applied and the amount of this element presented in the peel, although low penetration toward the flesh was observed. It was demonstrated that Ca reduces anthracnose symptoms. It was also verified, by observing the external appearance of the fruits, that the best results were obtained when 4% of calcium chloride was used, although such concentration did not guarantee the required quality for the fruit exportation. The calcium chloride application was not effective to increase the shelf-life of the fruits.

  18. Colhendo os frutos : dificuldades e conquistas da modalidade do PAA compra-institucional em uma Universidade Pública

    OpenAIRE

    Paula, Natália Ferreira de

    2016-01-01

    Orientadora : Profª. Drª. Islandia Bezerra Coorientadora : Profª Dra. Mônica de Caldas Rosa dos Anjos Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição. Defesa: Curitiba, 27/07/2016 Inclui referências : f. 72-79;81-89 Resumo: O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA) foi criado no Brasil em 2003, a partir de proposições da sociedade civil e adotado como uma estratégia de...

  19. Produtividade, qualidade dos frutos e distribuição do sistema radicular da melancia em diferentes sistemas de cultivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marta Rodrigues da Rocha

    2011-08-01

    Full Text Available A melancia é cultivada principalmente por pequenos produtores, em solos arenosos sob preparo convencional, com ocorrência de altas taxas de erosão, já que a cultura não forma dossel vegetativo capaz de cobrir inteiramente o solo. Com o objetivo de avaliar a cultura da melancia (Citrullus lanatus L. em diferentes sistemas de cultivo, sobre um Argissolo Vermelho distrófico arênico na Depressão Central do RS, foi desenvolvido um experimento durante o ano agrícola 2008/2009 com a cultivar Crimson Sweet. Em parcelas de 48 m² e delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições, foram testados os seguintes sistemas de cultivo: preparo convencional (PC, plantio direto (PD, PD escarificado com uma haste de escarificador (PD1H, PD escarificado com duas hastes de escarificador (PD2H, PD escarificado com três hastes de escarificador (PD3H, PD escarificado com quatro hastes de escarificador (PD4H e PD escarificado com cinco hastes de escarificador (PD5H, com espaçamento entre hastes de 0,35 m. Os dados foram comparados pelo teste de Duncan (p 6 kg, foram determinadas a área superficial e a distribuição do sistema radicular no perfil do solo perpendicular à linha de semeadura (30 e 60 d após a semeadura. Também foram determinadas a densidade do solo e a resistência à penetração após o ciclo. No tratamento PC obteve-se a maior produtividade (126 t ha-1, diferenciando-se estatisticamente dos demais. A área total de raízes aumentou com a intensidade de mobilização e área mobilizada de solo, exceto para o tratamento PD4H. No tratamento PC, a densidade do solo não mostrou diferença em profundidade, porém nos demais tratamentos houve diferença entre a camada de 0-5 cm e as mais profundas. A resistência à penetração na camada de 0-10 cm foi menor, o que pode ter favorecido a maior concentração de raízes nessa camada.

  20. Produção de frutos de morango em função de diferentes períodos de vernalização das mudas Production of strawberry fruits depending on vernalization periods of the transplants

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto P de Oliveira

    2009-03-01

    Full Text Available Avaliou-se a produção de frutos de morango da cv. Camarosa em função de diferentes períodos de vernalização das mudas, comparando-a com a de mudas importadas. O experimento foi realizado em Pelotas, utilizando sistema de produção sob túnel. O transplante foi realizado em 18/05/06, utilizando-se mudas produzidas no sul do Rio Grande do Sul, vernalizadas por 0; 7; 14; 21 e 28 dias (4±1ºC, 94±2% UR, e mudas não vernalizadas do Chile. Os tratamentos foram dispostos em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. A unidade experimental foi constituída por 21 plantas, avaliadas quanto à produção, número de frutos por planta e massa média dos frutos ao longo de 20 semanas (agosto a dezembro de 2006. As mudas chilenas proporcionaram maiores produção e número de frutos do que as produzidas no RS na ausência de vernalização (1.038,3 e 491,7 g planta-1; 55,1 e 34,3 frutos planta-1, respectivamente. A vernalização das mudas nacionais por cerca de 24 dias otimizou a produção e o número de frutos (1.023,1 g planta-1; 55,6 frutos planta-1. As mudas produzidas no RS apresentaram maior produção em novembro e dezembro, enquanto as chilenas em outubro e novembro.The yield of strawberry fruits cv. Camarosa was evaluated as affected by different vernalization periods of the transplant, in comparison with imported ones. The experiment was carried out in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil, using a tunnel as production system. The plants were transplanted on May18, 2006, using transplants produced in the south of Rio Grande do Sul, which were vernalized during 0; 7; 14; 21 and 28 days (4±1ºC, 94±2% RH, and transplants without vernalization coming from Chile. The treatments were disposed according to a randomized complete block design with four replications. The experimental unit were composed of 21 plants. The yield, number of fruits per plant and average fruit mass were analyzed during 20 weeks (August to December

  1. Intoxicação experimental com frutos de Melia azedarach (Meliaceae em suínos Experimental poisoning by fruits of Melia azedarach (Meliaceae in pigs

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria del Carmen Méndez

    2006-03-01

    Full Text Available Frutos maduros, triturados, de Melia azedarach foram administrados misturados à ração a 8 suínos em doses únicas de 5-20g/kg. Diarréia passageira foi o único sinal nos 2 suínos que consumiram 5g/kg. Os sinais clínicos observados nos animais que ingeriram doses únicas de 10, 15 e 20g/kg caracterizaram-se por incoordenação, tremores musculares, dificuldade para manter-se de pé, relutância para levantar-se, decúbito esternal e hipotermia. Os 2 suínos que ingeriram 20g/kg morreram. Macroscopicamente observou-se congestão do intestino delgado e da mucosa do estômago. As alterações histológicas caracterizaram-se por discreta a moderada necrose do tecido linfático, necrose dos músculos esqueléticos, congestão e necrose da mucosa gástrica e do intestino delgado e alterações degenerativas moderadas no fígado e rim. Os níveis séricos de AST e CPK aumentaram após a ingestão do tóxico. Observaram-se valores altos de CPK nos animais que morreram, evidenciando a mionecrose. Os resultados obtidos demonstram que, para suínos, a ingestão de altas doses de frutos de Melia azedarach induz ao aparecimento de sinais clínicos da intoxicação e causa lesões em diversos órgãos, inclusive a morte.Mature ground fruits of Melia azedarach were administered mixed with the food to 8 pigs at single doses of 5-20g/kg. Transient diarrhea was the only sign observed in the 2 pigs that ingested 5g/kg. Clinical signs observed in the pigs that ingested 10, 15 and 20 g/kg were incoordination, muscular tremors, difficulty to stand or to get up, sternal decubitus and hypothermia. The 2 pigs that ingested 20g/kg died. The gross lesions were congestion and necrosis of the small intestine and the stomach mucosa. The microscopic alterations were characterised by necrosis of the lymphatic tissues and skeletal muscles, congestion and necrosis of the stomach and small intestine, and moderate degenerative alterations of liver and kidneys. The serum

  2. Pre-germinative treatments in okra seeds in different stadiums of fruit maturationTratamentos pré-germinativos em sementes de quiabo em diferentes estádios de maturação do fruto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célia Maria Peixoto de Macedo

    2011-12-01

    Full Text Available The objective of this work was to evaluate the influence of the pre-soak and of the thermotherapy in the germination and in the energy of the okra seeds (Abelmoschus esculentus in different stadiums of maturation of the fruit. The design used was the entirely randomized with four repetitions, in a factorial outline 5 x 9, five maturation stadiums (green, semi-hard, hard, dry and dehiscent and nine treatments pre-germination: pre-soak for immersion of the seeds in water to the temperature of 30ºC for 6, 12 and 24 hours; immersion of the seeds in water to 40, 50, 60 and 70ºC for 3 minutes; thermotherapy for immersion of the seeds in water to the ebullition temperature (97ºC until cooling and intact seeds (control. The seeds were sowed in paper-towel rolls and they were maintained in camera type BOD regulated to 20-30ºC and photoperiod of 8-16 hours. The okra seeds originating from dry and dehiscent fruits presented larger germination performance. The pre-germination treatments more effective to accelerate the germination of seeds obtained from dry and dehiscent fruits are the pre-soak for 6 hours and thermotherapy at 60 °C for 3 minutes, respectively.O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da pré-embebição e da termoterapia na germinação e no vigor das sementes de quiabo (Abelmoschus esculentus em diferentes estádios de maturação do fruto. O delineamento foi o inteiramente casualizado com quatro repetições, num esquema fatorial 5 x 9, cinco estádios de maturação (verde, semi-duro, duro, seco e deiscente e nove tratamentos pré-germinativos: pré-embebição por imersão das sementes em água à temperatura de 30ºC por 6, 12 e 24 horas; imersão das sementes em água a 40, 50, 60 e 70ºC por 3 minutos; termoterapia por imersão das sementes em água à temperatura de ebulição (97ºC até esfriar e sementes intactas (testemunha. As sementes foram semeadas em rolos de papel-toalha que foram mantidos em câmara tipo

  3. Resistência parcial à necrose dos frutos em genótipos de café arábica Partial resistance to fruit necrosis in arabic coffee genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Hiroshi Sera

    2009-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se identificar em genótipos de café arábica (Coffea arabica L. fontes de resistência à necrose de frutos em condições de campo. As variáveis resistência à necrose de frutos ("NF", quantidade média de frutos por nó produtivo ("FN" e índice de luminosidade dentro da copa da planta ("LUM" foram avaliadas em ensaio de campo no IAPAR (Londrina, em dezembro de 2004, em cafeeiros com três anos de idade. Foi avaliada a variável "NF", atribuindo notas de 1 a 5 sendo 1 para plantas com 0 % a 5 % de frutos necrosados. "FN" foi avaliada seguindo uma escala de notas de 1 a 5, onde 1 representa plantas com 0 a 3 frutos/ nó e nota 5 com mais do que 15 frutos/ nó. A avaliação da variável "LUM" foi visual e seguiu as notas de 1 a 5, onde 1 representa plantas com pouca luminosidade dentro da copa da planta. Dos 19 genótipos avaliados, 2 apresentaram moderada resistência, 7 moderada suscetibilidade, 5 suscetíveis e 5 altamente suscetíveis. As cultivares Obatã IAC 1669-20 e Catucaí Vermelho 4-79 apresentaram o melhor nível de resistência parcial de campo, ou seja, com moderada resistência à necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp.The aim of this research was to identify in Coffea arabica L. coffee genotypes resistance sources to fruit necrosis in field conditions. The variables fruit necrosis ("NF", fruits per productive nodes average ("FN" and luminosity index inside of the plant canopy ("LUM" were evaluated in field assay at IAPAR (Londrina, in December 2004 on three years old coffee trees. The "NF" variable were evaluated attributing scores from 1 to 5, where score 1 represented plants with 0 to 5 % of necrosed fruits. "FN" were evaluated following a score scale from 1 to 5, where score 1 represented plants with 0 to 3 fruits/ node and score 5 with more than 15 fruits/ node. The evaluation of the variable "LUM" was visual and followed the scores from 1 to 5, where score 1 represented plants with

  4. Anthelmintic activity of Melia azedarach fruits in lambs naturally infected with gastrointestinal nematodes / Atividade anti-helmíntica do fruto da Melia azedarach em cordeiros naturalmente infectados com nematódeos gastrintestinais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Guzzo

    2008-08-01

    Full Text Available The aim of this study was to evaluate the anthelmintic activity of Melia azedarach grounded dry fruits, in lambs naturally infected with gastrointestinal nematodes. Twenty four (24 mixed-breed Ile de France x Corriedale, male lambs, aged 3 month, were separeted into three (3 groups of eight (8 animals: the first group was medicated with 5mg.Kg-1 of albendazole orally, in a single dose, the second group was medicated with 2g.Kg-1 of Melia azedarach fruits orally, in a single dose, and the third group remained untreated, as control. The results showed that the group that presented the best efficacy was the one treated with albendazole (51.96%, followed by the group treated with Melia azedarach fruits that presented 33.21% of efficacy.Objetivou-se neste trabalho avaliar a atividade anti-helmíntica dos frutos secos e moídos da planta Melia azedarach, em cordeiros naturalmente infectados com nematódeos gastrintestinais. Utilizou-se 24 cordeiros, com 90 dias de idade, machos, mestiços Ile de France x Corridale, os quais foram divididos em 3 grupos de oito animais cada, sendo: grupo 1, medicado com 5mg.Kg-1 em dose única, de albendazole pela via oral (V.O; grupo 2, com 2g.Kg-1 (V.O, em dose única, do fruto do cinamomo (Melia azedarach e o grupo 3, controle, não recebeu nenhum tipo de tratamento. Os resultados encontrados demonstraram que o grupo tratado com albendazole foi o que apresentou melhor eficácia 51.96%, seguido do grupo tratado com frutos de cinamomo o qual apresentou eficácia de 33.21%.

  5. Quantificação de compostos fenólicos e ácido ascórbico em frutos e polpas congeladas de acerola, caju, goiaba e morango

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Mesquita Freire

    2013-12-01

    Full Text Available O crescente interesse da população pela promoção da saúde vem despertando a atenção dos consumidores por alimentos ricos em antioxidantes, combinado com a praticidade do consumo de sucos de frutos processados. O presente trabalho objetivou quantificar e avaliar a capacidade antioxidante de compostos fenólicos e ácido ascórbico em frutas in natura e polpas congeladas. As frutas in natura e polpas congeladas obtidas na região de Lavras - MG foram submetidas à quantificação de compostos fenólicos e ácido ascórbico e os respectivos extratos acetônico-etanólico e acetônico-metanólico. Foram determinadas suas atividades antioxidantes pelos métodos radicalares DPPH e ABTS. O extrato acetônico-metanólico foi mais efetivo para extrair os compostos antioxidantes das amostras. Apenas as polpas congeladas de acerola apresentaram uma redução do teor de compostos fenólicos em relação ao fruto. Para o teor de ácido ascórbico, houve uma redução nas polpas congeladas de acerola e goiaba. As amostras de acerola apresentaram os maiores teores de compostos fenólicos, ácido ascórbico e atividade antioxidante em relação aos demais frutos analisados.

  6. Incidência de Colletotrichum spp. em frutos de Coffea arabica L. em diferentes estádios fisiológicos e tecidos do fruto maduro Incidence of Colletotrichum spp. in Coffea arabica L. fruits at different physiological stages and tissues mature of berries

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josimar Batista Ferreira

    2005-08-01

    Full Text Available Espécies de Colletotrichum estão presentes em todos os órgãos do cafeeiro. A importância desses fungos para a cultura do cafeeiro ainda é muito discutida, pois tratam-se de populações de espécies de Colletotrichum ocasionando diversos sintomas ou colonizando as plantas de forma endofítica. O estudo foi realizado com o objetivo de verificar a presença de Colletotrichum spp. em diferentes estádios de desenvolvimento do fruto de cafeeiro e nos tecidos do exocarpo+mesocarpo, endocarpo e endosperma de frutos maduros. Este trabalho foi realizado no Laboratório de Diagnose e Controle de Enfermidades de Plantas da Universidade Federal de Lavras-(UFLA. Os frutos foram coletados na área experimental do Setor de Cafeicultura da UFLA com cafeeiros das cultivares Catuaí Vermelho, Catuaí Amarelo, Icatu, Topázio, Katipó, Rubi, Acaiá Cerrado e Mundo Novo. Nos estádios de formação do fruto, verificaram-se altos valores de incidência, com média de 86,6%. Em relação às cultivares, as maiores incidências foram em Topázio e Rubi, ambas com 94,4% e as menores incidências nas cultivares Icatu e Mundo Novo, com 72,8% e 78,4%, respectivamente. A incidência de Colletotrichum spp. variou tanto entre cultivares como entre os tecidos do fruto. No exocarpo+mesocarpo, as cultivares Topázio, Rubi e Acaiá Cerrado tiveram porcentagens de colonizações de 84,72%, 79,16% e 77,77%, respectivamente, enquanto a cultivar Icatu teve 48,6%. No endocarpo, a máxima colonização foi de 9,72% na cultivar Rubi e a menor colonização na cultivar Acaiá Cerrado, com 1,39%. No endosperma, a cultivar Rubi teve novamente o maior índice de colonização (8,33% e as cultivares Mundo Novo e Katipó ambas com 1,39% de colonização. Verificou-se a presença de Colletotrichum spp. nas sementes de todas as cultivares estudadas.Colletotrichum species are present in all organs of coffee trees and the importance of them is still controversial, since several

  7. Intoxicação experimental pelos frutos de Xanthium cavanillesii (Asteraceae em ovinos Experimental poisoning by the burs of Xanthium cavanillesii (Asteraceae in sheep

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre Paulino Loretti

    1999-04-01

    Full Text Available Os frutos moídos de Xanthium cavanillesii foram administrados por via oral, em doses únicas ou fracionadas, a 15 ovinos adultos. Nove ovinos morreram. Doses a partir de 2 g/kg em uma única administração foram letais para os ovinos. Doses únicas de 1,25 g/kg e doses de 2,5 g/kg subdivididas em duas administrações diárias (1,25 g/kg em dois dias consecutivos não causaram a intoxicação. Sinais clínicos foram observados apenas nos animais que morreram. Iniciavam entre 5 horas e 20 horas após o início da administração dos frutos. A evolução do quadro clínico foi superaguda (90 minutos a 3 horas ou aguda (9 a 13 horas. Sinais clínicos incluíam apatia, anorexia, hipomotilidade ruminal, tremores musculares generalizados, incoordenação motora, andar rígido, relutância em caminhar, instabilidade, quedas e decúbito. Muitos animais apresentavam corrimento nasal seromucoso que dificultava a respiração. Nas fases terminais havia tiques, sialorréia, convulsões, nistagmo, movimentos de pedalagem e períodos de apnéia seguidos de morte. Os principais achados de necropsia incluíam acentuação do padrão lobular do fígado acompanhada de petéquias distribuídas aleatoriamente na superfície capsular e de corte, distensão da vesícula biliar associada a edema e hemorragias na parede, ascite, hidrotórax, edema gelatinoso e translúcido da região perirrenal, conteúdo do ceco e alça proximal do cólon ascendente ressequido, compactado, recoberto por muco e estrias de sangue coagulado. Havia petéquias e sufusões disseminadas. A principal lesão microscópica consistia em acentuada necrose coagulativa hepatocelular centrolobular ou massiva acompanhada de congestão e hemorragia e vacuolização ou tumefação dos hepatócitos remanescentes.The ground burs of Xanthium cavanillesii (Asteraceae were force fed to 15 adult sheep in single doses or divided in two doses. Nine sheep died. Doses of 2 g/kg and above were lethal for the

  8. Conservação pós-colheita de frutos de araçá-vermelho em função do estádio de maturação e temperatura de armazenamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Maria Furtado Drehmer

    2008-06-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou estudar os efeitos do estádio de maturação e temperatura de armazenamento sobre a fisiologia de araçá-vermelho. Frutos colhidos nos estádios de maturação verde (coloração vermelha da epiderme 50% foram armazenados nas temperaturas de 0; 5; 10; 20 e 30ºC (UR de 85-90% para a quantificação das taxas respiratórias e alterações na coloração da epiderme (L='lightness' e hº=ângulo 'hue'. Houve aumento substancial na taxa respiratória com o aumento na temperatura de armazenamento de 0 a 30ºC, com Q10 @ 2,7. Frutos colhidos no estádio de maturação verde apresentaram, em relação a frutos colhidos no estádio maduro, sensível redução na qualidade, caracterizada pelo menor teor de sólidos solúveis e maior acidez, porém melhor retenção de firmeza e de coloração da epiderme (com menor alteração na coloração de verde para vermelho, especialmente quando armazenados a 0ºC, e menor incidência de podridões. Frutos de araçá-vermelho devem ser colhidos no estádio maduro e imediatamente armazenados a temperaturas próximas de 0ºC, visando a prolongar a sua conservação, já que apresentam elevadas taxas respiratórias e rápido amadurecimento à temperatura ambiente (20ºC.

  9. Influência do pH da solução extrativa no teor de antocianinas em frutos de morango Influence of the extraction solution pH on the content of anthocyanins in strawberry fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Luiz Bordignon Jr.

    2009-03-01

    Full Text Available Nos últimos anos, os estudos sobre a composição química do fruto do morangueiro vêm ganhando destaque devido ao seu elevado consumo e às atividades biológicas atribuídas a ele. Além disso, os principais metabólitos secundários encontrados nesses frutos são as antocianinas, compostos responsáveis pela intensa coloração vermelha e amplamente utilizados como corantes naturais pela indústria alimentícia. Neste trabalho, foram preparados diferentes extratos de frutos de morango com a cultivar Oso Grande, com o intuito de verificar a influência do pH no perfil espectroscópico do extrato e no teor de antocianos. O extrato em pH 1,0 forneceu um perfil clássico para antocianinas na análise por espectroscopia no ultravioleta, assim como um maior teor de antocianinas nos frutos frescos devido a uma extração mais eficiente das substâncias de interesse.Recently, the study on the chemical composition of the strawberry fruit has been recognized in view of its increased consumption and biological activities. Moreover, the main secondary metabolites found in strawberry fruits are anthocyanins, which are the compounds responsible for the intense red color of the fruit and are widely used as natural colorants by the food industry. In this work, were prepared different extracts with strawberry fruits of the cultivar Oso Grande in order to verify the pH influence on the spectroscopic profile of the strawberry extracts and on the content of anthocyanins. The results indicate that at pH 1,0 the extract showed a classic profile to anthocyanins through ultraviolet spectra analysis and a higher content of anthocyanins in fresh fruits.

  10. Formação de biofilme em gotejadores aplicando água residuária da despolpa dos frutos do cafeeiro = Formation of biofilm in drippers applying wastewater from pulping of the coffee fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael Oliveira Batista

    2007-07-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo analisar a formação de biofilme em sistemas de irrigação por gotejamento aplicando água residuária da despolpa dos frutos do cafeeiro (ARC submetidas ou não à passagem em filtro orgânico. Para isso, foi montada uma estrutura hidráulica de avaliação, constituída de fitas gotejadores, não autocompensantes e posicionados no espaçamento de 0,3 m. Diante dos resultados obtidos, pode-se concluir que: águas residuárias da despolpa de frutos do cafeeiro apresentaram severo risco de entupimento de gotejadores, mesmo quando submetidas a tratamento prévio em filtros orgânicos.This work objectified to analyze the formation of biofilm in drip irrigation systems applying wastewater from pulping of the coffee fruits (ARC with and without ticket in organic filter. For that, a hydraulic structure of evaluation, constituted of drip tape, non pressure compensating, positioned in the spacing of 0,3 m. In accordance with the results obtained can be concluded that: wastewater from pulping of the coffee fruits presented severe risk of clogging of emitters, same when submitted the treatment in organic filters.

  11. Microrganismos associados a frutos de diferentes cultivares de noz Pecan Microorganisms associated with fruits of different cultivars of Pecan nut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nádia Izumi Terabe

    2008-04-01

    Full Text Available O conhecimento do comportamento natural da nogueira Pecan às principais doenças é de suma importância para o estabelecimento do planejamento da implantação da cultura. O controle fitossanitário e tratos culturais devem ser realizados de modo a não comprometerem a qualidade do produto final, as amêndoas. Foram avaliadas nozes produzidas na safra de 2005 e oriundas de Uraí-PR, pelas cultivares Burkett, Frotscher e Moneymaker, para identificar e quantificar os microrganismos associados à amêndoas e cascas dos frutos, bem como observar diferenças entre organismos colonizadores das cultivares. Os frutos foram avaliados na pós-colheita, aos trinta dias de armazenamento em ambiente, através da metodologia do papel de filtro, sendo submetidos ou não à assepsia superficial. O fungo Cladosporium caryigenum, promotor da rancificação das amêndoas foi observado, em amêndoas e cascas, nas cultivares Burkett, Frotscher e Moneymaker; Fusarium sp., foi encontrado em porcentuais elevados, tanto em amêndoas quanto em cascas das três cultivares estudadas; Cephalothecium roseum, causador do mofo róseo em amêndoas, na cultivar Frotscher. Aspergillus sp. e Penicillium sp., causadores de emboloramento e produtores de aflotoxinas foram observados em porcentuais representativos, em amêndoas da cultivar Frotscher e em amêndoas e cascas das cultivares Frotscher, Burkett e Moneymaker, respectivamente. Os maiores porcentuais de perda do rendimento foram observados na cultivar Burkett, por causa da incidência de Colletotrichum sp., causador da antracnose em amêndoas, que acarreta escurecimento e deterioração do produto final, levando-o ao descarte.The knowledgement of the natural behavior of the main diseases of Pecan nut is of utmost importance for the stablishment of an implantation plan for that culture. The phytosanitary control and cultural treatments should be performed in order not to change the quality of the final product. Nuts harvest

  12. Eficiência do sistema de aeração em cascata no tratamento da água residuária da lavagem e descascamento/despolpa dos frutos do cafeeiro

    OpenAIRE

    Eustáquio Júnior, Valdeir

    2010-01-01

    Devido à falta de informações técnicas sobre o tratamento de águas residuárias utilizando o sistema de aeração em cascatas, objetivou-se com a realização deste trabalho estudar o desempenho desse sistema no tratamento de águas residuárias da lavagem e descascamento/despolpa dos frutos do cafeeiro (ARC). Além disso, procurou-se determinar o coeficiente de eficiência associado à aeração em cascatas, avaliar a incorporação de oxigênio dissolvido e a capacidade do sistema em remover matéria orgân...

  13. Rendimento, qualidade e absorção de nutrientes pelos frutos de abóbora em função de doses de biofertilizante

    OpenAIRE

    Santos,Malei Rosa dos; Sediyama,Maria Aparecida N; Moreira,Marialva A; Megguer,Clarice Aparecida; Vidigal,Sanzio M

    2012-01-01

    O conhecimento do estado nutricional da planta e a exportação de nutrientes pela cultura auxiliam na tomada de decisão nos programas de adubação, podendo melhorar a qualidade e a produtividade de frutos de abóbora. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o estado nutricional das plantas, a produtividade, a qualidade e a extração de nutrientes pelos frutos de duas cultivares de abóbora híbrida tipo Tetsukabuto adubada com biofertilizante suíno. O experimento foi realizado no período de m...

  14. Efeito da temperatura no crescimento micelial, produção e germinação de conídios de Colletotrichum gloeosporioides, isolados de frutos de palmeira juçara (Euterpe edulis Mart

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tathianne Pastana de Sousa Poltronieri

    2013-12-01

    Full Text Available A palmeira juçara (Euterpe edulis é uma das espécies mais importantes da Mata Atlântica. E. edulis faz parte da lista das espécies florestais ameaçadas de extinção. A antracnose, causada por Colletotrichum gloeosporioides, é a principal doença do fruto da juçara. O patógeno prejudica a germinação das sementes e pode causar perda total da produção da polpa do fruto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da temperatura no desenvolvimento de quatro isolados de C. gloeosporioides obtidos de frutos de juçara. Os isolados foram obtidos de frutos doentes da região de Paraty-RJ e Ubatuba-SP. Dos isolamentos monospóricos de C. gloeosporioides, discos de micélio com 7 mm de diâmetro foram transferidos para placas de Petri contendo meio BDA e submetidos às temperaturas de 20º, 25º, 28º, 32º e 35ºC durante sete dias sob fotoperíodo de 12 horas em câmara tipo BOD. Foram avaliados as variáveis: crescimento micelial diariamente por meio de medições ortogonais na placa, produção e germinação de conídios aos sete dias de idade (inoculação. A maior taxa de crescimento micelial de C. gloeosporioides ocorreu aos 28ºC, seguida pela temperatura de 25ºC. A produção de conídios foi maior a 28ºC, seguida na temperatura de 30ºC. A germinação de conídios foi maior a 28ºC atingindo 84% a 87%. Concluiu-se que o crescimento micelial, a produção e germinação dos conídios dos isolados de C. gloeosporioides é maior na temperatura de 28ºC.

  15. Radiação, fotossíntese, rendimento e qualidade de frutos em macieiras 'Royal Gala' cobertas com telas antigranizo Radiation, photosynthesis, yield, and fruit quality of 'Royal Gala' apples under hail protection nets

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2007-07-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a intensidade e a qualidade da radiação solar disponibilizada às plantas e os seus impactos sobre a fotossíntese, rendimento e qualidade dos frutos, em macieiras 'Royal Gala', cobertas ou não com telas antigranizo nas cores branca e preta. A tela preta provocou redução maior na densidade de fluxo de fótons fotossinteticamente ativos acima do dossel das plantas (24,8%, em comparação à tela branca (21,2%. O interior do dossel das plantas sob tela preta recebeu menores valores de radiação ultravioleta, azul, verde, vermelho e vermelho distante, bem como da relação vermelho:vermelho distante, em relação às plantas descobertas. Estas alterações na quantidade e qualidade da luz sob tela preta aumentaram o teor de clorofila total e a área específica nas folhas, e reduziram a taxa fotossintética potencial, o peso de frutos por cm² de seção transversal de tronco e a coloração vermelha dos frutos. As telas antigranizo branca e preta reduziram a incidência de queimadura de sol, porém não tiveram efeito sobre a severidade de "russeting" e sobre o número de sementes por fruto.The objective of this work was to assess the amount and quality of the light supplied to plants, and the resulting impacts on photosynthesis, yield, and fruit quality of 'Royal Gala' apple trees uncovered or covered with white and black hail protection nets. The black net caused a higher reduction (24.8% of photosynthetic photon flux density, accumulated over the plant canopy during the day, than the white net (21.2%. The canopy internal portion of plants covered by black net received lower levels of ultraviolet, blue, green, red, and far red radiation, and light with a lower red:far red ratio, in comparison to uncovered plants; these ligth changes increased chlorophyll content and specific area of the leaves, and reduced the potential photosynthesis, the weight of fruits per cm² of trunk cross section area, and the

  16. Visitantes florais e produção de frutos em cultura de laranja ( Citrus sinensis L. Osbeck = Floral visitors and fruit production on sweet orange crop ( Citrus sinensis L. Osbeck

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lourdes Maria Gamito

    2006-10-01

    Full Text Available O presente experimento foi realizado em florada de laranja (Citrus sinensis L. Osbeck, variedade Pera-Rio, com os objetivos de estudar os insetos visitantes nas flores d e laranjeira, o seu comportamento nas flores, o tipo de coleta efetuada e o efeito dessas visitas na produção de frutos, em quantidade e qualidade. Os dados de freqüência foram obtidos por contagem nos primeiros 10 minutos de cada horário, das 8h às 18h, em três dias distintos, percorrendo-se as linhas da cultura. O comportamento forrageiro de cada espécie de inseto foi avaliado através de observações visuais, no decorrer do dia, no período experimental. Os insetos observados foram abelhas africanizadas Apis mellifera, Trigona spinipes e Tetragonisca angustula. As abelhas A. mellifera foram os visitantes florais maisfreqüentes e preferiram coletar néctar comparado ao pólen. Os botões florais descobertos produziram mais frutos que os botões florais cobertos. Os frutos decorrentes do tratamento coberto foram menores, mais ácidos e com menor quantidade de vitamina C que os frutos do tratamento descoberto. The present experiment was carried out in flowerage of sweet orange(Citrus sinensis L. Osbeck, Pera-rio variety, to study the insects involv ed in pollination, their behaviour in the flower (nectar or pollen collection and the effect of the pollination on fruit production (quantity and quality. More frequent insects were recorded daily (counted during ten minutes, every hour from 8:00 a.m. to 6:00 p.m., with three replications. The forage behaviour and nectar and/or pollen collect was also observed. The insect visitors onflowers were Africanized honey bee Apis mellifera, followed by stingless bees Trigona spinipes and Tetragonisca angustula. A. mellifera were the most frequent visitors and preferred to collectnectar than pollen. The uncovered flowers -buds produced more fruits than the covered ones. Another observation was that fruits derived from covered

  17. Produtividade e acúmulo de nitrato nos frutos de abobrinha em função da adubação nitrogenada Zucchini yield and nitrate accumulation in fruits as a function of the nitrogen fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lima Alves Pôrto

    2012-01-01

    Full Text Available Apesar da importância da abobrinha em termos comerciais e alimentícios, poucos estudos têm sido realizados em relação à adubação nitrogenada da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade e o acúmulo de nitrato nos frutos da abobrinha (cv. Caserta em função da adubação nitrogenada. O experimento foi desenvolvido no delineamento de blocos casualizados, com cinco doses de (0; 50; 100; 200 e 400 kg ha-1, com quatro repetições. Foram avaliados: número de frutos por planta, massa média de frutos, produtividade da cultura e acúmulo de nitrato nos frutos. Todas as características avaliadas foram significativamente influenciadas (pDespite Zucchini nutritional and commercial importance, few studies have been carried out with the nitrogen fertilization of the culture. The objective of this research was to evaluate the zucchini yield (cv. Caserta and nitrate accumulation in the fruits as a function of the nitrogen fertilization. The experiment was set in a randomized block design with five rates of mineral N (0; 50; 100; 200 and 400 kg ha-1, with four replications. The number of fruits per plant, average fruit mass, fruit yield and nitrate accumulation in the fruits were significantly affected (p<0.01 by N rates. The maximum number of fruits per plant (7.7 units, mean fruit weight (240 g fruit-1 and fruit yield (29.88 t ha-1 were obtained with 323, 265 and 331 kg ha-1 of N, respectively. The maximum economical efficiency rate of N for the culture of the zucchini was 322 kg ha-1, resulting in a fruit yield of 29.86 t ha-1. The nitrate content in the zucchini fruits presented linear increment as a function of N rates. At the highest N rate, the nitrate content in the fruit fresh matter was 162 mg kg-1. This nitrate contents value does not represent risk for human health.

  18. Qualidade pós-colheita de frutos de tomateiro submetidos a preparados em altas diluições Post-harvest quality of tomato fruits treated with high dilution preparations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiani A Modolon

    2012-03-01

    Full Text Available Frutos de tomateiro são sensíveis ao manuseio e sua qualidade é afetada pelo sistema de cultivo e pelas práticas de conservação pós-colheita. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de preparados em altas diluições nos atributos indicadores da conservação pós-colheita de frutos de tomateiro. O trabalho consistiu em experimento a campo no ciclo produtivo 2009/2010 e ensaio de laboratório em pós-colheita. Os preparados avaliados, em aplicações a campo, foram os nosódios de tomateiro e de juá (Solanum aculeatissimum nas dinamizações 12 e 24DH e os preparados homeopáticos Arnica montana e Sulphur nas dinamizações 12DH e 24DH. Frutos provenientes de tomateiro não tratados foram submetidos a imersão em preparações de Calcarea carbonica nas dinamizações 6, 12 e 24CH. O nosódio de juá 12 e 24DH aumentaram o teor de SS (ºBrix, atributo que melhora a palatabilidade e a qualidade para a industrialização. Calcarea carbonica em tratamento pós-colheita não interferiu nos atributos químicos e físicos de frutos de tomate, embora Calcarea carbonica 24CH retardasse a formação de frutos tipo molho.Tomato fruits are sensitive to handling and its quality is determined by the crop system and the post-harvest conservation practices. The aim of this work was to evaluate the influence of high dilution preparations in the post-harvest attributes of tomato fruits. The research consisted of one field experiment in the 2009/2010 crop cycle and laboratory assay in post-harvest. The high dilution preparations studied under field conditions were nosodes of tomato plant and Solanum aculeatissimum at 12 and 24DH (decimal hahnemanian dilutions and the homeopathies Arnica montana and Sulphur at 12 and 24DH. In the post-harvest treatments, Calcarea carbonica was evaluated at 6, 12, and 24CH (centesimal hahnemanian dilution fruits being deaped into the respective treatment. The nosode of S. aculeatissimum at 12 and 24DH increased the

  19. INDENTIFICATION OF PASSION FRUIT WOODNESS VIRUS IN THE NORTH OF PARANÁ IDENTIFICAÇÃO DO VÍRUS DO ENDURECIMENTO DOS FRUTOS EM MARACUJAZEIROS CULTIVADOS NO NORTE DO ESTADO DO PARANÁ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane de Jesus Barbosa

    2007-09-01

    Full Text Available

    Passion-fruit woodness viruses (PWV are present in many production areas of passion-fruit in Brazil. Sintomatic plants with mosaic and woodness have been observed in production areas of the north of Paraná, in 1993 and 1994. Samples of those plants were collected for diagnostic through mechanic transmission by Myzus spp. and grafting onto indicator plants. For confirmation of the infection, it was used indirect Elisa, with anti-serum against PWV. Results by mechanic transmission and Elisa confirmed PWV in passion-fruit in the north of Paraná.

    KEY-WORDS: Disease; virus; PWV.

    O vírus do endurecimento dos frutos do maracujazeiro (passion-fruit woodness virus - PWV está presente em várias regiões produtoras de maracujá do Brasil. Plantas com sintomas de mosaico e endurecimento dos frutos foram observadas em plantios no norte do Estado do Paraná, em 1993 e 1994. Amostras destas plantas foram coletadas e diagnosticadas mediante transmissão mecânica por Myzus spp. e enxertia em plantas indicadoras. Para confirmar a infecção empregou-se o teste sorológico de Elisa indireto, com anti-soro contra o PWV. Os resultados dos testes de transmissão e sorológico indicaram a presença do PWV em maracujazeiro na região.

    PALAVRAS-CHAVE: Doença; passiflorácea; vírus.

  20. Avaliação da diversidade fenotípica em rambuteiras (Nephelium lappaceum com base na qualidade dos frutos Evaluation of phenotipic diversity in rambutan trees (Nephelium lappaceum based on fruit quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Célio Kersul do Sacramento

    2013-03-01

    Full Text Available O rambotã (Nephelium lappaceum L., fruta originária da Ásia, é cultivado comercialmente no Brasil, nos Estados da Pará e Bahia, mas devido à propagação sexuada, apresenta grande variabilidade para características morfológicas e químicas dos frutos. Visando a identificar potenciais matrizes, foram avaliados, em Ituberá-BA, frutos de 105 genótipos de rambotã com base na coloração da casca, suculência e teor de sólidos solúveis. Nesse grupo de plantas, 80 genótipos (76,2% apresentaram frutos com teor de sólidos solúveis igual ou superior a 16 ºBrix e tiveram uma amostra coletada para análise em laboratório. Após a pesagem, foram identificados 20 genótipos cujos frutos apresentaram peso médio acima de 30 g e foram submetidos às análises físico-químicas. Os genótipos avaliados apresentaram frutos com peso médio de 33,2 g (30,2 a 39,4 g, rendimento do arilo de 42,3% (35,1 a 50,2%, sólidos solúveis de 17,6 ºBrix (15,8 a 19,7 ºBrix e acidez titulável 0,44% (0,19 a 0,86%. A amostra de rambuteiras avaliadas apresentou grande variabilidade fenotípica e permitiu a identificação de 20 19 ou 19,05% do total de genótipos avaliados, cujas características dos frutos atendem aos padrões estabelecidos em outros países (peso acima de 30 g e sólidos solúveis acima de 16 ºBrix.The rambutan (Nephelium lappaceum L. fruit originated from Ásia is commercially growth in the states of Pará and Bahia, Brazil, but due to sexual propagation, it shows great variability to morphological and chemical characteristics of the fruits. In order to select potential matrices, fruits of 105 genotypes of rambutan grown in Ituberá, BA were evaluated, based on fruit size, coloration of epicarp and soluble solids. In this sample, 80 genotypes (76.2% presented fruits with soluble solids rate 16 ºBrix or above and their fruits were analyzed in laboratory. After the weighing were indentified 20 genotypes which presented fruits with average

  1. Produção e qualidade de frutos de tomateiro cultivado em substrato com zeólita Yield and fruit quality of tomato grown in substrate with zeolite

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alberto C. de Campos Bernardi

    2007-06-01

    Full Text Available Avaliou-se a produção e a qualidade dos frutos de tomateiro cv. Finestra, cultivado em substrato com zeólita enriquecida com N, P e K. Os tratamentos utilizados foram quatro doses (20; 40; 80 e 160 g por vaso de zeólitas enriquecidas com H3PO4/apatita, KNO3 e KH2PO4, além de uma testemunha cultivada em solução nutritiva. Foram avaliados a produção de frutos por vaso, firmeza, sólidos totais, pH, acidez titulável e ácido ascórbico dos frutos, dos 80 aos 90 dias de cultivo. O fornecimento de nutrientes através do mineral zeólita enriquecido com N, P e K comprovou ser uma alternativa para o aumento da produção. As maiores produções foram obtidas nos tratamentos com adição de P e K e nas maiores doses de zeólita (160 e 80 g por vaso. A produção de frutos foi 11 a 17% maior em relação à testemunha cultivada com solução nutritiva. Houve efeitos positivos das zeólitas enriquecidas com fontes de fósforo sobre a firmeza e efeito negativo sobre o pH. A firmeza dos frutos variou 104% entre tratamentos, de 7,06 N (ZNK 160 a 14,38 (ZPK 40. O aumento da disponibilidade de potássio contribuiu para o aumento do teor de ácido ascórbico dos frutos.We evaluated yield and quality of tomato fruits, cv. Finestra, grown in a zeolite substrate enriched with N, P and K. Treatments comprised four levels (20; 40; 80 and 160 g per pot of zeolite enriched with H3PO4/apatite, KNO3 and KH2PO4, and a control grown in a nutrient solution. Fruit production, firmness, total soluble solids, pH, titratable acidity and ascorbic acid were evaluated from 80 to 90 days of plant cultivation. Nutrients supplied through the mineral zeolite enriched with N, P and K was an adequate alternative to increase the production. Higher fruit production was obtained with addition of P and K and higher zeolite dosis (160 and 80 g per pot. Fruit production was 11% and 17% higher when compared to the plants grown in nutritive solution (check treatment. Positive effects

  2. Intoxicação espontânea e experimental por folhas e frutos de Erythroxylum deciduum (cocão em ovinos no Estado de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    V. Borelli

    2011-03-01

    Full Text Available Descreve-se uma enfermidade em ovinos de ocorrência sazonal, caracterizada por manifestações nervosas e morte rápida, nos municípios de Rancho Queimado e Ponte Alta do Sul, no estado de Santa Catarina. A doença foi reproduzida experimentalmente em ovinos com a administração de folhas de Erythroxylum deciduum coletados durante o verão, com doses letais a partir de 10g/kg de peso vivo. Em um único experimento com os frutos a dose de 15g/kg foi letal. O início da manifestação dos sinais clínicos, ocorreu entre 0 e 2 horas após a administração das folhas ou dos frutos e a evolução da doença foi de 10 minutos a 18 horas. Doses de até 20g/kg de folhas coletadas no período de inverno, produziram alterações clínicas discretas em dois ovinos. Os sinais clínicos foram depressão, sonolência e, quando os animais eram movimentados, incoordenação motora, desequilíbrio, quedas, dificuldade para se levantar e estação com os membros abertos. Também foi observado: salivação intensa, regurgitação, bruxismo, aumento das frequências cardíaca e respiratória. Os sinais clínicos se agravavam quando os animais eram movimentados e geralmente resultavam em morte. Os animais que morreram pelas intoxicações espontânea e experimental, não tinham alterações macroscópicas e microscópicas significativas. O corte das árvores de E. deciduum faz com que o tronco rebrote, favorecendo a ingestão da planta pelos ovinos. Este fato e a disponibilidade de frutos maduros que caem ao chão podem ser responsabilizados pela doença de ovinos com sinais nervosos e ausência de lesões macroscópicas e microscópicas, que ocorrem nos meses de verão, no Estado de Santa Catarina.

  3. Produção e predação de frutos em Aniba rosaeodora Ducke var. amazonica Ducke (Lauraceae em sistema de plantio sob floresta de terra firme na Amazônia Central Harvesting and fruit predation of a Aniba rosaeodora Ducke var. amazonica Ducke (Lauraceae ex situ tree population in a central Amazonian upland forest

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wilson Roberto Spironello

    2004-12-01

    Full Text Available O pau-rosa (Aniba rosaeodora vem sendo usado desde o século passado para extração de linalol, produto usado como fixador de perfumes. Por causa do extrativismo houve redução drástica em suas populações naturais. Somando a este fato, esta espécie possui padrão irregular de frutificação e, quando frutifica, os seus frutos são consumidos por animais. Estes aspectos foram estudados utilizando uma população de plantio sob sombra parcial de floresta primária. A produtividade das árvores variou de 40 a 1.600 frutos (n = 21 árvores. No geral, cerca de 42,5% foram removidos por frugívoros (6.770 frutos, n = 10 árvores. Dos frutos não removidos, 0,5% foram predados por vertebrados, 81,5% continham larvas de insetos, variando de 36-96% entre indivíduos. Uma espécie de Coleoptera ataca os frutos em estádio imaturo, enquanto outra (Heilipus sp. e uma espécie de Lepidoptera atacam os frutos em estádio final de desenvolvimento. Os resultados projetam perda de 59,5% dos frutos (54,5% por insetos passíveis de coleta. Considerando a importância econômica do pau-rosa faz-se necessário aumentar a disponibilidade de sementes para planos de manejo da espécie. Para se atingir tais objetivos são necessárias algumas medidas: 1 coleta prematura de frutos para maturação em laboratório; 2 utilização de métodos de controle de insetos adultos (em plantios e larvas (em frutos atacados; e 3 estudos de seleção genética para identificar plantas com maior resistência natural a pragas e doenças.The rosewood tree (Aniba rosaeodora has been exploited for linalol, a product used as a fixative by the perfume industry. As a result, its population has decreased to the point that it is at risk of extinction in some Amazonian areas. In addition, the species has an irregular phenological pattern and its fruits are a food source for animals. This study focused on the use an ex situ population planted under partial forest shade. The fruit set

  4. Caracterização morfobiométrica de frutos e sementes e superação da dormência em coronha (Acacia farnesiana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    M. C. Vasconcelos

    2015-12-01

    Full Text Available O trabalho tem por objetivo caracterizar morfobiometricamente frutos e sementes de Acacia farnesiana além de avaliar diferentes métodos de superação da sua dormência. O trabalho foi desenvolvido no período de setembro 2014 a janeiro de 2015. As vagens foram coletadas de plantas nativas, no distrito Madeira, Sobral-CE. Para a biometria, utilizou-se 50 vagens, onde foi mensurado: comprimento, diâmetro, peso e número de sementes por vagem. Posteriormente feito o mesmo com as sementes, comprimento, largura e peso. Para a superação da dormência, utilizou-se nove tratamentos, dispostos em DIC, sendo (sementes sem escarificação, imersão em água a 80 ºC por 10, 20, 30 e 40 minutos, na imersão em H2SO4 concentrado por 10, 15, 20 e 25 minutos, com quatro repetições de 16 sementes cada. A avaliação de porcentagem de germinação - (%GER, realizou a contagem diária de plântulas emergidas, número de folhas (NF; altura da planta (AP; comprimento da raiz (CR; peso seco parte aérea (PSPA. Verificou-se que as vagens e sementes de A. farnesiana apresentam ampla variabilidade nas suas características biométricas, para as vagens com comprimento (4,2 – 6,8 cm, largura (0,72 – 3,22 cm e peso de (2,2 – 3,9 cm; e para as sementes com comprimento (1,6 – 3,1 cm, largura (0,07 – 0,67 cm e peso de (0,069 – 0,133 cm. A escarificação química em H2SO4 nos tempos de 20 e 25 minutos e a imersão em H2O a 80 ºC por 20 e 30 minutos são os métodos mais eficientes na superação da dormência de sementes de coronha.Biometric characterization of fruits seeds and break dormancy in butt (Acacia farnesianaAbstract: The fruits of biometrics are an important tool to detect the genetic variability of a species, defining relations between variability and environmental factors. In view of this, the work aims to characterize biometric characteristics fruits and seeds of Acacia farnesiana and to evaluate different methods of overcoming its dormancy

  5. Floração, frutificação e maturação de frutos de morangueiro cultivados em ambiente protegido Blooming, fruit set, and fruit maturation of strawberry growing in protected environment

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Odirce Teixeira Antunes

    2006-12-01

    Full Text Available Determinou-se o número de dias para a ocorrência e a duração dos estádios fenológicos de morangueiro, bem como o período de floração, frutificação e maturação dos frutos das cvs. Oso Grande, Tudla, Chandler e Dover. O trabalho foi executado no interior de uma estrutura galvanizada de 510 m² (estufa plástica, em Passo Fundo-RS, em 2003 e 2004. A primeira etapa constou da avaliação das datas de ocorrência e da duração dos estádios fenológicos das quatro cultivares de morangueiro, em um experimento fatorial (cultivares x estádios fenológicos com delineamento inteiramente casualizados, em cinco repetições. Na segunda etapa, determinou-se o número de dias até o início da floração (50% da área em floração e da formação de frutos (10% dos frutos maiores que 2,5 cm de comprimento, início e final da colheita. Os nove estádios fenológicos foram determinados pela seguinte escala: 1= aparecimento do botão floral; 2= aparecimento das pétalas; 3= flores completamente abertas; 4= pétalas secas e caídas; 5= formação do fruto; 6= aumento do tamanho do fruto; 7= fruto com sementes visíveis no receptáculo; 8= começo da maturação, com maioria dos frutos brancos; 9= frutos maduros com 75 a 100% da superfície vermelha. A duração dos nove estágios variou de 36,4 dias para a cv, Tudla a 40 dias para a cv. Oso Grande. O estádio 4, caracterizado pela queda das pétalas foi o mais longo para todas as cultivares, com 11,3 dias, em média. Para a cultivar Dover, além dessa fase, também o estádio 6 foi o mais prolongado. Considerando o início do florescimento e da frutificação, a cultivar Dover foi a mais precoce, quando comparada com as demais cultivares.The duration time of phenological stages, blooming, fruit set, and maturation periods of strawberry cultivars Oso Grande, Tudla, Chandler, and Dover were evaluated. The study was carried out in a 510 m2 plastic greenhouse, in Passo Fundo- RS, Brazil, in 2003 and

  6. Seleção para aumento de produtividade e qualidade de frutos em abobrinha 'Piramoita' comparando dois métodos de melhoramento Selection for fruit yield and quality in 'Piramoita' summer squash comparing two breeding methods

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Ismael Inácio Cardoso

    2007-01-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo comparar dois métodos de melhoramento quanto à seleção visando ao aumento de produtividade e qualidade de frutos na cv. Piramoita. Foram realizados três ciclos de seleção recorrente, com seleção de progênies autofecundadas (S1 e recombinação das melhores progênies para obtenção das populações melhoradas no primeiro (SR-1, segundo (SR-2 e terceiro (SR-3 ciclos. No método do "Single Seed Descent" (SSD as plantas foram autofecundadas por cinco gerações até a obtenção e avaliação de progênies S5. As nove melhores progênies foram selecionadas obtendo-se progênies endogâmicas selecionadas (SSD-1 a SSD-9 e essas progênies também foram intercruzadas para se obter a população P-SSD. Todas as populações obtidas (SR-1, SR-2, SR-3, P-SSD, SSD-1 a SSD-9, juntamente com a população original (cv. Piramoita, totalizando 14 tratamentos, foram avaliadas em um experimento em blocos ao acaso, com seis repetições e cinco plantas por parcela. As características avaliadas foram: produção de frutos (número e massa total e comercial, massa média de fruto comercial e taxa de frutos comerciais. Foram obtidos aumentos crescentes de produção de frutos comerciais com os ciclos de seleção recorrente, sendo a população SR-3 superior à 'Piramoita' para número de frutos por planta. Foi obtida uma progênie por SSD melhor que a população inicial e tão produtiva quanto à população SR-3. Deste modo, o método SSD pode vir a ser ótima alternativa no melhoramento genético de abobrinha, sem a necessidade de avaliação e seleção de progênies a cada safra, apenas quando essas já estiverem praticamente homozigotas.The objective of this work was to compare two breeding methods to improve fruit yield and quality in 'Piramoita' summer squash. Three cycles of recurrent selection were made, with evaluation and selection of S1 progenies and recombination of plants from selected progenies to obtain

  7. Concentração de potássio na solução nutritiva e a qualidade e número de frutos de melão por planta em hidroponia Potassium concentration in nutrient solution and quality and number of fruits of melon, cultivated in hidroponic

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caciana Cavalcanti Costa

    2004-06-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido em hidroponia (NFT no período de junho a novembro de 2001, na FCAV-UNESP em Jaboticabal-SP, situada a 21º15’ 22" Sul, 48º18’58" Oeste, e altitude de 575 metros. O híbrido Bônus n0 2 foi cultivado em blocos casualizados, em esquema de parcelas subdivididas, com seis repetições. Os elementos avaliados foram número de frutos por planta (2, 3, 4 e fixação livre e concentração de potássio na solução nutritiva (66; 115,5; 165 e 247,5mg L-1. O experimento teve como objetivo avaliar a concentração de potássio na solução nutritiva e número de frutos por planta sobre a qualidade dos frutos do meloeiro. Concentrações maiores do que 66mg L-1 de potássio na solução nutritiva não promoveram incrementos nas características de qualidade dos frutos do meloeiro como: teor de sólidos solúveis médio de todos os frutos da planta, do segundo fruto, da acidez total titulável média de todos os frutos da planta, do primeiro fruto, do segundo fruto, do índice de maturação, da espessura da polpa e do índice de formato dos frutos. Frutos oriundos de plantas de melão com dois frutos apresentaram maior teor de sólidos solúveis e acidez total titulável, independente da concentração de potássio na solução nutritiva. O maior número de frutos por planta reduziu a espessura do mesocarpo dos frutos.The experiment was carried out in Jaboticabal-SP. The hybrid Bonus n0 2 was cropped in randomized blocks design, in split-plot scheme and six replications. Fruit number per plant (2, 3, 4 e free fruit set and potassium concentration in the nutrient solution (66, 115.5, 165 and 247.5mg L-1 were the studied factors. The increase of potassium concentration in the nutrient solution did not promote increase melon fruit quality characteristics such as: average soluble solid content from all plant fruits or that of the second fruit; average total tritratable acidity from all plant fruits and that of the first or

  8. Biologia da mosca‑das‑frutas sul‑americana em frutos de mirtilo, amoreira‑preta, araçazeiro e pitangueira Biology of South American fruit fly in blueberry, blackberry, strawberry guava, and Surinam cherry crops

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maicon Bisognin

    2013-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi descrever a biologia de Anastrepha fraterculus em frutos de mirtilo (Vaccinium ashei, amoreira‑preta (Rubus spp., araçazeiro (Psidium cattleyanum e pitangueira (Eugenia uniflora. O experimento foi realizado em laboratório, em condições controladas de temperatura (25±2ºC, umidade relativa (70±10% e fotófase (12 horas, para determinação dos parâmetros biológicos do inseto nos estágios de desenvolvimento imaturos e adultos. Anastrepha fraterculus completa o ciclo biológico em todos hospedeiros estudados, embora os frutos nativos (pitanga e araçá ofereçam melhores condições para seu desenvolvimento. Os parâmetros biológicos determinados para as fases imaturas foram semelhantes nos quatro hospedeiros. Insetos criados em pitanga e araçá apresentam, na fase adulta, maior período de oviposição, fecundidade e longevidade de fêmeas, em comparação aos criados em mirtilo e amora‑preta. O ritmo diário de oviposição é mais prolongado e uniforme nos insetos criados em araçá e pitanga, o que mostra que A. fraterculus está mais bem adaptada a estas frutas, nativas da região Sul.The objective of this work was to describe the biology of Anastrepha fraterculus in blueberry (Vaccinium ashei, blackberry (Rubus spp., strawberry guava (Psidium cattleyanum and Surinam cherry (Eugenia uniflora fruits. The experiment was carried out in laboratory under controlled conditions of temperature (25±2ºC, relative humidity (70±10%, and photophase (12 hours to determine insect biological parameters in immature and adult development stages. Anastrepha fraterculus finishes its biological cycle in all studied hosts; however, the Brazilian native fruits (strawberry guava and Surinam cherry provide better conditions for development of the insect. Biological parameters determined for immature development stadium were similar in the four hosts. Insects reared in Surinam cherry and strawberry guava showed, in the

  9. Gradientes de qualidade em abacaxi 'Pérola' em função do tamanho e do estádio de maturação do fruto Quality gradients in 'Pérola' pineapple in function of fruit size and maturation stage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Domingo Haroldo Reinhardt

    2004-12-01

    Full Text Available Frutos compostos podem apresentar variações expressivas nas propriedades da polpa, exigindo cuidados especiais nos procedimentos de controle de qualidade. Este trabalho visou a determinar gradientes dos principais atributos da polpa do abacaxi 'Pérola', em função do tamanho e do estádio de maturação dos frutos. Estes foram colhidos em plantios comerciais em Itaberaba-BA, na safra 2002, determinando-se os teores de sólidos solúveis totais (SST, vitamina C (ácido ascórbico e da acidez titulável (AT, o pH e a relação SST/AT no suco. Em delineamento inteiramente casualizado, foram estudados os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 2 (tamanho do fruto - pequeno e grande x 2 (estádio de maturação do fruto - verdoso/pintado e colorido x 3 (terços superior, mediano e inferior, com 15 repetições, no primeiro experimento, e em esquema fatorial 3 (terços superior, mediano, inferior x 3 (terços externo, central e interno, com sete repetições, no segundo. Os SST aumentaram da parte superior do fruto para a inferior e da externa para a interna, sendo mais altos em frutos coloridos, ocorrendo o contrário para a AT e a vitamina C. Frutos pequenos apresentaram maiores teores de SST e AT e menores de SST/AT e vitamina C. A amplitude dos gradientes observados no abacaxi 'Pérola' exige a utilização de amostras constituídas por seções longitudinais e horizontais completas do fruto, nos procedimentos de controle de qualidade.Composed fruits may present expressive variations in its pulp proprieties, requiring special attention to quality control procedures. This work aimed at determining the main attributes of 'Pérola' pineapple pulp, in function of fruit size and maturation stage. Fruits were harvested from commercial fields in Itaberaba, Bahia, Brazil, in the 2002 harvest season, and their contents of total soluble solids (TSS, vitamin C (ascorbic acid, titratable acidity (TA, TSS/TA ratio and pulp pH determined. In

  10. Feeding visit time of fruit-eating birds in Cerrado plants: revisiting the predation risk model Tempo de visita de aves que comem frutos em plantas de Cerrado: revisitando o modelo do risco de predação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Igor Aurélio Silva

    2008-12-01

    Full Text Available Fruiting plants that attract frequent visits by fruit-eating birds tend to be predictable patches for a predator. Consequently, the risk of a predator attack increases the longer a bird stays on a fruiting plant. We tested whether large and cryptic species of fruit-eating birds spend more time per feeding visit than smaller and conspicuous ones in fruiting plants of the Brazilian Cerrado. Data were obtained from the literature for eight fruiting plant species and from field observations of birds feeding on fruits of Zanthoxylum rhoifolium (Rutaceae. We searched for a positive linear relationship between the mean visit time and the total length of the species, considering bird color as a covariate. Feeding visits of the large and cryptic bird species lasted longer than feeding visits of small and conspicuous species. Large birds may be safer from predators because large predators are less common. Cryptic birds may be difficult to be detected by predators and, consequently, may be less likely to be attacked by predators than conspicuous birds. Thus, our results provide support to the hypothesis that vulnerable bird species spend less time foraging in fruiting plants.Plantas em frutificação atraem visitas freqüentes de aves que comem frutos e tendem a ser manchas previsíveis para um predador. Conseqüentemente, o risco de ataque de um predador aumenta com o tempo de permanência de uma ave frugívora em uma planta com frutos. Neste estudo, testamos se espécies de aves grandes e crípticas passam mais tempo por visita de alimentação em plantas em frutificação que espécies pequenas e conspícuas. Obtivemos dados da literatura para oito espécies de plantas do Cerrado e também de observações em campo de aves que se alimentam de frutos de Zanthoxylum rhoifolium (Rutaceae. Procuramos por uma relação positiva entre o tempo médio de visita e o comprimento total das espécies de aves, considerando a cor das espécies como uma co

  11. Produção de frutos para uso medicinal em Bromelia antiancatha (caraguatá: fundamentos para um extrastivismo sustentável Fruit production for medicinal use in Bromelia antiacantha ("caraguatá": foundations for sustainable extraction

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    S. Filippon

    2012-01-01

    Full Text Available Entre as várias espécies que têm sido utilizadas como fontes de subprodutos florestais estão a Bromelia antiacantha, espécie nativa da Mata Atlântica com grande potencial de uso com características alimentícias, ornamentais, industriais e farmacológicas. Os frutos da espécie são utilizados tradicionalmente no Planalto Norte Catarinense na confecção de xaropes para tratamento de males das vias respiratórias. Neste contexto, objetivou-se quantificar a produção de frutos e fundamentar estratégias para possível manejo de populações naturais de B. antiacantha. Foram acompanhadas 39 infrutescências de Janeiro/2008 a Agosto/2008 distribuídas em área de mata secundária na FLONA de Três Barras, SC. Nesta mesma área, indivíduos da espécie foram acompanhados através de estudos demográficos de 2001 a 2008. As infrutescências apresentaram em média 0,68m de comprimento, número médio de 187 frutos/infrutescência, o diâmetro médio dos frutos foi de 1,9 cm e o peso médio das infrutescências de 3,6 kg. A média de frutos aproveitáveis foi de 157 frutos/infrutescência totalizando 2,5 kg. A safra estimada para 2005 foi de 146 kg de frutos ha-1 e 80 kg de frutos ha-1 para 2008, e a renda líquida a partir da produção de xarope foi estimada em R$ 1168,00 por hectare, por ano. Os resultados mostraram que o manejo de B. antiacantha consiste em atividade economicamente interessante e que esta possibilidade, além de complementar a renda de comunidades locais onde a espécie se faz presente, também amplia o valor das áreas com cobertura florestal.Among the large number of species that have been used as sources of forest byproducts is Bromelia antiacantha, a species native to the Atlantic Forest and that has great potential of use with nourishing, ornamental, industrial and pharmacological characteristics. The fruits of this species are traditionally used in the Northern Plateau of Santa Catarina State, Brazil, in the

  12. Avaliação da taxa de crescimento de frutos de mamão (Carica papaya L. em função das épocas do ano e graus-dias acumulados Evaluation of the growth tax of papaya fruitS (Carica papaya L. infunction of different times of the year and accumulated degree-days

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sávio da Silva Berilli

    2007-04-01

    Full Text Available O monitoramento do desenvolvimento dos órgãos vegetais, como o fruto, pode ser de grande interesse científico. O acompanhamento da fase de crescimento dos frutos pode indicar os pontos críticos de exigências nutricionais e de água, e sua relação com fatores climáticos, como a temperatura. O objetivo deste trabalho foi avaliar a taxa de crescimento do fruto de mamão híbrido UENF/CALIMAN 01 em diferentes épocas do ano, em função do número de graus-dia (GD acumulados. O ponto máximo de crescimento dos frutos variou de acordo com as diferentes épocas de desenvolvimento dos mesmos. Frutos desenvolvidos em períodos com temperaturas mais elevadas atingiram, num menor tempo, seu ponto de colheita, ocorrendo o inverso em frutos desenvolvidos em períodos de temperaturas mais amenas. Os resultados mostraram, no entanto, que o crescimento dos frutos, invariavelmente, estabilizou-se após os mesmos atingirem o nível de aproximadamente 800 GD. Cessada a fase de crescimento do fruto, o processo de maturação dos mesmos foi tão rápido quanto maior a temperatura mensal do período.The monitoring of the vegetable organ development, as the fruit, is a great scientific interest. The knowledge of the different phases of growth of these fruits can indicate the critical points of nutritional requirements and water, and its relation with climatic factors effect, as the temperature. The aim of this work was to evaluate the growth rate of the hybrid papaya fruit UENF/CALIMAN 01 at different times of the year, in function of the number of degree-day (DD accumulated. The fruits had reached the harvest point varying in accordance to the different times of development throughout the year. Fruits developed in periods with high temperatures had in smaller time its point of harvest, and it was inverse in fruits developed in colder periods. However, when reaching around 800 DD after anthesis, the fruits had tended to stabilize its growth invariably. After

  13. Determinación de cambios físicos y químicos durante la maduración de frutos de champa (<em>Campomanesia lineatifoliaem> R. & P.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Álvarez-Herrera Javier Giovanni

    2009-08-01

    Full Text Available

    A pesar de su agradable aroma y de poseer una pulpa jugosa, de atractivo sabor dulce acidulado, el fruto de champa es altamente perecedero. Por esta razón, la comercialización se ha limitado al procesamiento del fruto y/o a su venta en zonas de producción, ya que de otra parte, aún no se ha determinado el comportamiento del producto para poder programar su recolección, y plantear alternativas de comercialización. En este contexto, el objetivo del presente trabajo fue conocer la variación de las características fisicoquímicas de los frutos de champa cosechados en cinco estados de madurez, a partir de los cuales se determinaron la masa, el color, la firmeza, el pH, los sólidos solubles totales (SST, la acidez total titulable (ATT, los contenidos de sacarosa, glucosa y fructosa, y la relación de madurez. Para esto se tomaron 5 frutos por cada estado y por cada medición. Se encontró que la pulpa más la corteza constituyen el 60% de la masa fresca del fruto; el 40% restante corresponde a las semillas. La corteza del fruto varía de color verde a amarillo intenso, indicando la madurez de consumo. La firmeza disminuyó de 85 a 9,5 N para frutos maduros. Los SST se incrementan a medida que el fruto madura. La ATT disminuye durante el proceso de maduración. La sacarosa es el azúcar con mayor concentración en la champa, seguido por la fructosa y la glucosa.

  14. Effect of tree conduce on the precocity, yield and fruit quality in apricot on acidic soil Efeito da condução de plantas na precocidade, rendimento e qualidade de frutos do damasco em solos ácidos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomo Milošević

    2012-03-01

    Full Text Available The experiment was carried out in the experimental orchard in Prislonica near Cacak (Western Serbia on poor and acidic soil in 2008 and 2009 (second and third year after planting to determine the effects of Mirobalan rootstock and Blackthorn interstocks with Open vase and Central leader tree conduce system on the length of shoot (LS, trunk cross-sectional area (TCSA, yield (Y, yield efficiency (YE, fruit weight (FW, soluble solids content (SS, titratable acidity (TA and soluble solids/titratable acidity ratio or ripening index (SS/TA = RI. In the trial there were 5 trees from each apricot rootstock-cultivar and rootstock-interstock-cultivar combination in four replications. The analysis of variance was done in a completely randomized design. The treatment means were compared using LSD test at p O experimento foi conduzido em um pomar experimental em Prislonica, próximo a cidade de Cacak (Oeste da Sérbia em solos pobres e ácidos durante os anos de 2008 e 2009 (segundo e terceiro ano após o plantio. O objetivo do trabalho foi de determinar o efeito do porta-enxerto da Myrobalan de variedades criadas em forma de Vaso aberto e do interenxerto, Espinho prêto de variedades criadas em forma de Copa central liderada no comprimento da parte aérea (PA, da área do corte transversal do tronco (ACTT, da produção (P, coeficiente de rendimento (CR, massa do fruto (MF, conteúdo solúvel das matérias (CSM, da total quantidade de acidez (TQA e a relação entre os conteúdos das matérias solúveis e da total quantidade de acidez, ou seja, o índice do maturidade (CSM/TQA = IA. Os testes incluiram 5 árvores de damasco de cada combinação porta-enxerto/variedade e porta-enxerto/interenxerto/variedade em 4 repetições. Os valores médios dos tratamentos foram comparados pelo LSD teste para p < 0,05. Com base nos resultados deste estudo, o porta-enxerto Myrobalan com a criação da forma de Vaso aberto provocou o crescimento das árvores de damasco e

  15. Ceras para conservação pós-colheita de frutos de abacateiro cultivar fuerte, armazenados em temperatura ambiente Waxes for enhanced shelflife of avocado cultivar fuerte, stored at room temperature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Alvares de Oliveira

    2000-12-01

    Full Text Available Frutos de abacateiro foram colhidos dia 20/03/97. Selecionou-se 100 frutos uniformes, sendo mantidos 25 frutos para grupo controle - análise de perda de peso e 75 frutos para análises destrutivas - textura, sólidos solúveis totais e pH realizadas a cada 4 dias. Os frutos receberam os tratamentos, com objetivo de aumentar a vida pós-colheita: Cera "Fruit Wax" 1:1 (FW1 e 1:3 (FW2; "Sparcitrus" 1 (SP1 e 1:1 (SP2; Testemunha. Até o 4º dia de armazenamento não houve diferença significativa entre os valores de perda de peso dos tratamentos, sendo que ao final do armazenamento (12º dia o tratamento SP1 foi superior aos demais, acarretando menor perda de peso dos frutos. Não houve diferença significativa entre os valores de textura analisados dentro de cada dia de armazenamento, mas os valores decresceram durante o armazenamento. Para sólidos solúveis totais não observou-se aumento significativos dos teores durante o armazenamento, sendo que em relação aos tratamentos, apenas no 12º dia para o tratamento FW2 obtiveram-se valores mais elevados do que o SP1. Para o pH não houve diferença significativa entre os valores dentro dos dias de armazenamento, entretanto do ponto de colheita para o 4ºdia de armazenamento, houve diminuição significativa, com exceção do tratamento SP1.Avocado contains fat-soluble vitamins that in general other fruits do not contain. Avocado fruits were picked and 100 uniform specimens were selected, of which 25 were used as a control group to evaluate weight loss, and 75 were used for destructive analysis. Every 4 days 25 fruits were evaluated for texture, total soluble solids and pH. Five treatments were used to protect fruits: control; "Fruit wax"/wax 1:1 (FW1 and "Fruit wax"/wax 1:3 (FW2; "Sparcitrus/wax 1:1 (SP1 and "Sparcitrus/wax 1:3 (SP2. At the fourth storage day there was no statistical difference among the values of weight loss, however at the twelfth day, treatment SP1 was the best, with a smaller

  16. Produtividade e qualidade de frutos de melão em resposta à cobertura do solo com plástico preto e ao preparo do solo Yield and quality of melon fruits in response to plastic mulch and soil tillage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neyton O. Miranda

    2003-09-01

    Full Text Available Determinou-se o efeito da intensidade do preparo e da cobertura do solo com plástico preto sobre a produção e qualidade de frutos de melão irrigado por gotejamento. O experimento foi conduzido em Mossoró, no delineamento blocos ao acaso em esquema fatorial com parcela subdividida, com três repetições. Foram avaliados o tipo de preparo do solo (área total ou em faixas e profundidade de preparo (20; 30; 40 e 50 cm, com parcelas divididas em com ou sem cobertura do solo. Os frutos foram classificados em tipo exportação, mercado interno e refugo para determinar peso de frutos de cada tipo, número total de frutos e seu peso médio. Foram determinados a firmeza de polpa, o teor de sólidos solúveis totais (SST, espessura da polpa e formato do fruto. A qualidade dos frutos de melão foi reduzida pela cobertura do solo apenas em termos de firmeza de polpa. O preparo do solo em faixas não influenciou as características estudadas. Maiores profundidades de preparo aumentaram a produção de frutos tipo exportação, entretanto diminuíram a produção para o mercado interno.The effect of black polyethylene mulch and soil tillage intensity was determined on yield and quality of drip irrigated melon. The field trial was carried out in Mossoró, Brazil. The experimental design was randomized complete block in a factorial scheme with three replications. Two soil tillage methods were evaluated (strip tillage or tillage of the entire area and tillage depth (20; 30; 40 and 50 cm, with split plots with or without mulch. Fruits were classified in export type, internal market type and rejected, to determine total yield and the yield of each type, number of fruits and fruit mean weight. Pulp firmness, total soluble solids, pulp thickness and fruit shape were determined. Results showed a decrease in pulp firmness with black plastic mulch. Strip tillage did not influence any studied characteristic. Yield of both export type and internal market melons was

  17. Caracterização físico-química dos frutos de genótipos de bananeira produzidos em Botucatu-SP Fruit physicochemical characterization of banana genotypes produced in Botucatu-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayana Portes Ramos

    2009-01-01

    Full Text Available O conhecimento dos atributos pós-colheita dos frutos de novos genótipos é uma importante informação que auxilia o melhorista em sua tomada de decisão. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as características físico-químicas de frutos de genótipos de 3 grupos genômicos de bananeira: 'Nanicão-IAC-2001', 'Grande Naine', 'Caipira' e 'Nam' (AAA; 'Maçã', 'Thap Maeo', 'Prata Anã' e 'Prata Zulu' (AAB; 'Fhia 01', 'Fhia 18', 'Prata Graúda' e 'Tropical' (AAAB, no município de Botucatu-SP. As características avaliadas foram: textura, pH, acidez titulável, sólidos solúveis, açúcares solúveis totais, teores de amido e potássio. Foi adotado o delineamento experimental inteiramente casualizado, com 12 tratamentos (genótipos, cinco repetições, sendo que em cada repetição utilizaram-se cinco frutos. Utilizou-se o teste de tukey (Pd" 0,05 para a comparação entre médias de genótipos, dentro de cada grupo genômico. Os resultados mostraram que no grupo AAA, Nam se destacou apresentando frutos mais firmes, com maior teor de sólidos solúveis e amido. Do grupo AAB, 'Prata Zulu' apresentou frutos mais firmes, com maior teor de açúcares solúveis totais e amido e menor acidez. No grupo dos híbridos AAAB, 'Tropical' apresentou maior teor de potássio e amido, no entanto, menor teor de sólidos solúveis e açúcares solúveis totais.The knowledge of the post-harvest characteristics of new banana genotypes is important an information that helps the breeder in making a decision. This work had the objective of evaluating the fruit physical and chemical characteristics of genotypes of three banana genomic groups: 'Nanicão-IAC-2001', 'Grande Naine', 'Caipira', and 'Nam' (AAA; 'Maçã', 'Thap Maeo', 'Prata Anã', and 'Prata Zulu' (AAB; 'Fhia 01', 'Fhia 18', 'Prata Graúda', and 'Tropical' (AAAB in Botucatu region, São Paulo state, Brazil. The evaluated characteristics were: firmness, pH, titratable acidity, soluble solids, total soluble

  18. Podridão apical e escaldadura em frutos de pimentão submetidos a estresse hídrico e doses de silício

    OpenAIRE

    Cantuário, Fernando S; Luz, José MQ; Pereira, Alexandre IA; Salomão, Leandro C; Rebouças, Tiyoko NH

    2014-01-01

    As respostas da planta de pimentão submetida ao estresse hídrico são pouco conhecidas. A busca por indutores de resistência ao estresse hídrico (como a adubação silicatada) pode ser uma importante medida para reduzir os efeitos negativos desse estresse abiótico. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi testar a hipótese de que a adubação silicatada aplicada via foliar pode atenuar a incidência de anomalias causadas pelo estresse hídrico na qualidade dos frutos de pimentão. O experimento foi c...

  19. Qualidade do fruto verde de coqueiro em função da irrigação com água salina Quality of green coconut fruits in relation to salinity of irrigation water

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ferreira Neto

    2002-04-01

    Full Text Available Foram estudados, neste trabalho, os efeitos de quatro níveis de salinidade da água de irrigação (0,1, 5,0, 10,0 e 15,0 dS m-1 obtidos mediante adição de NaCl, na qualidade de frutos de coco (Cocos nucifera L. cultivar Anão Verde do Jiqui, com 3,5 anos de idade e na salinização do solo. O ensaio foi conduzido em blocos inteiramente ao acaso, em solo de textura arenosa não salino, utilizando-se de sistema de irrigação por microaspersão, no município de Parnamirim, RN, durante o período de janeiro/2000 a março/2001. A qualidade do fruto foi avaliada com base no peso médio, volume de água, ºbrix, e composição iônica da água. A salinidade da água de irrigação reduziu o peso médio e o volume de água dos frutos, elevando o teor de açucares (ºbrix a concentração iônica expressa pela condutividade elétrica (CE da água do fruto. Os íons em maior concentração na água de coco foram o cloreto e o potássio. A CE do extrato de saturação do solo, 11 meses após iniciada a irrigação, aumentou até à profundidade de 0,80 m, em função da concentração salina da água de irrigação, atingindo valores superiores a 4 dS m-1 principalmente nos últimos dois níveis de CE (10 e 15 dS m-1.The effects of 4 levels of water salinity (0.1, 5.0, 10.0 and 15.0 dS m-1 obtained by addition of NaCl were studied on quality of 3.5 years old dwarf green coconut (Cocos nucífera L.. The experiment was carried out in a completly randomized block design in an initially non-saline sandy soil, using a micro sprinkler irrigation system in the municipality of Parnamirim-RN, Brazil, during the period of January 2000 to March 2001. The quality of fruit was evaluated by means of fruit weight, volume of water, ºbrix, and ionic composition of coconut water. The salinity of irrigation water reduced the mean weight and volume of fruit water but increased the ionic concentration expressed as electrical conductivity (EC of coconut water and sugar

  20. Comparação de métodos para a produção de frutos autofecundados em pimenteiras ornamentais Testing methods for producing self-pollinated fruits in ornamental peppers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elizanilda R do Rêgo

    2012-12-01

    Full Text Available O mercado de pimenteiras no Brasil passa por grandes modificações, sendo crescente a exploração de novos tipos de pimentas, incluindo aquelas de interesse ornamental. Com o plantio em ambientes protegidos, aumentou a procura por híbridos com maior produtividade e valor comercial, de forma a tornar rentável o investimento nessa infraestrutura de produção. As sementes híbridas são obtidas a partir do cruzamento de linhagens endogâmicas que por sua vez, são obtidas por autofecundações sucessivas. O objetivo deste trabalho foi comparar dois métodos de proteção de botões florais após a autofecundação em pimenteiras ornamentais. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em laboratório da UFPB. Plantas de 15 híbridos e seus recíprocos foram utilizadas no teste de dois métodos de proteção do botão floral: 1= cobertura dos botões com papel alumínio e 2= fechamento dos botões com cola branca. Para cada metodologia foram realizadas dez autofecundações em cada híbrido, em pré-antese. Ao final, as médias de pegamento de frutos em cada metodologia foram contrastadas para cada híbrido. A média geral da taxa de pegamento de frutos observada para o método 1 (16% foi inferior à observada para o método 2 (51%, não havendo um único híbrido em que a taxa de pegamento de frutos observada para o método 1 tenha superado aquela do método 2. Alguns híbridos apresentaram até 90% de pegamento de frutos quando se utilizou o método 2, em comparação a um máximo de 40% para o método 1. A direção do cruzamento, direto ou recíproco, também afetou a taxa de pegamento de frutos, porém sem influência do método de proteção do botão floral. Diante dos resultados encontrados neste trabalho, sugere-se o fechamento dos botões com cola branca para garantir o sucesso de autofecundações controladas em pimenteiras.The pepper market in Brazil is experiencing major changes. There is a mounting interest in new types of

  1. Morfo-anatomia de frutos secos em espécies de Apocynaceae: significado ecológico e evolutivo Morphoanatomy of dry fruits in Apocynaceae species: ecological and evolutionary significance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sueli Maria Gomes

    2008-06-01

    Full Text Available Frutos secos predominam entre as espécies de Apocynaceae, especialmente aqueles do tipo folículo, apontado na literatura para Aspidosperma parvifolium A.DC., Mesechites mansoana (A.DC. Woodson e Prestonia coalita (Vell. Woodson. Frutos fechados e abertos destas espécies foram examinados anatomicamente com o objetivo de confrontar suas características com aquelas de outras espécies da família. Constatou-se que os frutos de P. coalita são cápsulas bicarpelares septicidas, significando a presença de dois tipos de frutos neste gênero, em lugar de apenas um, como se pensava anteriormente. Cápsulas podem estar presentes em outras espécies de Prestonia e em outros gêneros da família relatados como tendo folículos. Para Apocynaceae, alguns caracteres taxonômicos devem ser considerados, como espessura e número de camadas das regiões e sub-regiões do pericarpo; presença de aerênquima, esclereídes, fibras longitudinais não-lignificadas ou idioblastos secretores no mesocarpo; posicionamento dos feixes vasculares no mesocarpo; espessura do endocarpo e orientação de suas fibras; presença de costas internas no pericarpo. Adicionalmente, discutiu-se sobre o papel das costas internas do pericarpo e das fibras não-lignificadas do mesocarpo para o mecanismo xerocástico. Desenvolveu-se um teste de desidratação total para determinar a curvatura máxima do pericarpo, relacionando as implicações com a deiscência.Dry fruits predominate in Apocynaceae species, especially the follicle type reported for Aspidosperma parvifolium A.DC., Mesechites mansoana (A.DC. Woodson and Prestonia coalita (Vell. Woodson. Anatomical analysis of intact and open fruits was carried out to compare characteristics with those of other species of this family. We found that the fruit of P. coalita is a bicarpellary septicidal capsule, showing that this genus has two types of fruits instead of one as previously thought. Capsules may be found in other Prestonia

  2. Qualidade sensorial dos frutos do abacaxizeiro 'imperial' cultivado em deficiência de macronutrientes e de boro Sensorial quality of the fruits of 'imperial' pineapple cultivated in macronutrient and boron deficiencies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Mota Ramos

    2010-09-01

    Full Text Available A comercialização do abacaxi vem expandindo-se no mercado mundial principalmente por suas apreciáveis características de sabor, aroma e cor. A nutrição mineral da planta exerce uma influência acentuada na composição química do abacaxi. A inexistência de informações sobre a influência da deficiência nutricional na qualidade dos frutos do abacaxizeiro 'Imperial' motivou a realização de um experimento em casa de vegetação da Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes-RJ, no período de 2003 a 2005, para avaliar os efeitos das deficiências de macronutrientes e de boro na composição fisico-química e na qualidade sensorial dos frutos dessa cultivar. A unidade experimental constou de um vaso de plástico com 14 L de areia purificada e uma muda de abacaxizeiro. Foram utilizados os seguintes tratamentos: completo, - N, - P, - K, - Ca, - Mg, - S e - B, aplicados sob a forma de soluções nutritivas, em blocos casualizados completos, com seis repetições. As seguintes características foram obtidas nos frutos: firmeza, teor de suco, AT, SST, SST/AT, vitamina C, pH, coloração e a análise sensorial da polpa. As deficiências de N e de K aumentaram a firmeza da polpa, mas a de S a diminuiu. As deficiências de N e S aumentaram a AT e o teor de Vitamina C, mas diminuíram SST/AT, a coloração da polpa e o pH. A deficiência de K reduziu os SSTs e a de Ca e de S os aumentou. As deficiências de N e K reduziram a aceitação sensorial dos frutos. As deficiências de P, Mg e B não alteraram as propriedades sensoriais do abacaxi.The marketing of pineapple has been expanding in the world mainly by its appreciable characteristics of flavor, aroma and color. The mineral nutrition of the plant exert an accentuated influence on the chemical composition of pineapple. The inexistence of information on the influence of the mineral deficiency on the quality of the 'Imperial' pineapple fruits motivated the accomplishment

  3. Nitrate reductase and glutamine synthetase activity in coffee leaves during fruit development Atividade da redutase do nitrato e glutamina sintetase em folhas de cafeeiro durante o desenvolvimento dos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andre Rodrigues Reis

    2009-04-01

    Full Text Available Nitrate reductase is the first enzyme in the pathway of nitrate reduction by plants, followed by glutamine synthetase, which incorporates ammonia to glutamine. The purpose of this study was to evaluate the nitrate reductase and glutamine synthetase activity, total soluble protein content, N and Ni content in coffee leaves during fruit development under field conditions to establish new informations to help assess the N nutritional status and fertilizer management. The experimental design was in randomized complete blocks, arranged in a 3 x 6 factorial design, with five replications. The treatments consisted of 3 N rates (0 - control, 150 and 300 kg ha-1 and six evaluation periods (January, February, March, April, May, and June in six-year-old coffee (Coffea arabica L. plants of Catuaí Vermelho IAC 44 cv. The nitrate reductase and glutamine synthetase activities, leaf soluble protein, and N concentrations increased linearly with the N rates. During fruit development, the enzyme activity, leaf soluble protein and N content decreased, due to the leaf senescence process caused by nutrient mobilization to other organs, e.g, to the berries. Leaf Ni increased during fruit development. Beans and raisin-fruits of plants well-supplied with N had higher Ni contents. Enzyme activities, total leaf N and leaf soluble protein, evaluated during the green fruit stage in March, were significantly correlated with coffee yield. These variables can therefore be useful for an early assessment of the coffee N nutritional status as well as coffee yield and N fertilization management.A redutase do nitrato (RN é a primeira enzima na via de redução de nitrato pelas plantas, seguida da glutamina sintetase (GS, a qual incorpora amônia à glutamina. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade dessas enzimas, o teor de proteína solúvel total e a concentração de N e de Ni em folhas e grãos de cafeeiro durante o desenvolvimento dos frutos, em condições de

  4. INDUÇÃO DO AMADURECIMENTO DE FRUTOS CÍTRICOS EM PÓS-COLHEITA COM A APLICAÇÃO DE ETHEPHON THE EFFECT OF POSTHARVEST APPLICATION OF ETHEPHON ON CHANGE PEEL COLOR OF SWEET ORANGE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARCIO CHRISTIAN SERPA DOMINGUES

    2001-12-01

    Full Text Available O presente experimento foi conduzido no Departamento de Botânica -- IB/Unesp, Botucatu-SP, com o objetivo de estudar o efeito da aplicação pós-colheita de Ethephon no desverdecimento de laranjas-doces (Citrus sinensis (L. Osbeck cultivar 'Hamlin' e 'Baianinha', consideradas cultivares precoces. Os frutos foram imersos por diferentes tempos em solução aquosa de Ethephon mais 0,05% do adjuvante Extravon (25% de Alquilfenol - poliglicoléter. Os frutos foram colocados em caixas de madeira, sobre bancada, em temperatura ambiente, onde permaneceram por 72 horas. Os tratamentos utilizados foram os seguintes: T1- testemunha (água; T2 -- Ethephon -- 1000 mg.L-1 / 5 minutos de imersão; T3 - Ethephon -- 2000 mg.L-1 / 5 minutos de imersão; T4 -- Ethephon -- 3000 mg.L-1 / 5 minutos de imersão; T5 -- Ethephon -- 4000 mg.L-1 / 5 minutos de imersão; T6 -- Ethephon -- 1000 mg.L-1 / 10 minutos de imersão; T7 - Ethephon -- 2000 mg.L-1 / 10 minutos de imersão; T8 -- Ethephon -- 3000 mg.L-1 / 10 minutos de imersão; T9 -- Ethephon -- 4000 mg.L-1 / 10 minutos de imersão. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 9 tratamentos e 4 repetições. Após 72 horas, o experimento foi avaliado através das seguintes variáveis: teor de clorofila da casca, teor de sólidos solúveis (0Brix e textura dos frutos, além da análise visual com a utilização de fotografias. Com isso, verificou-se que houve influência do Ethephon no processo de mudança da cor da casca de frutos cítricos em todos os tratamentos, diferenciado-se estatisticamente da testemunha, porém, na concentração de 4000 mg.L-1, houve início de necrose em alguns pontos da casca dos frutos. Assim, pode-se concluir que a melhor concentração foi a de 1000 mg.L-1 de Ethephon, para acelerar o processo de desverdecimento ou mudança da coloração da casca de frutos de laranjas precoces cultivares 'Hamlin' e 'Baianinha'.The present work was carried out on IB

  5. The nutritional levels in leaves and fruits of fig trees as a function of pruning time and irrigation / Teores nutricionais em folhas e frutos de figueira, submetida a épocas de poda e irrigação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marco Antonio Tecchio

    2009-07-01

    Full Text Available The present study aimed to evaluating the nutritional content in leaves and fruits of the fg tree ‘Roxo de Valinhos’, pruned at different periods corresponding to the months of July, August, September and October in the years of 2004 and 2005, with and without the use of irrigation, in the county of Botucatu, São Paulo State, Brazil. To achieve this objective, the adopted experimental design was in blocks with subdivided plots and 5 replications, in which plots corresponded to treatments with and without irrigation and subplots included prunings done in the above-mentioned four months. The levels of N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Mn and Zn in leaves and fruits were evaluated in the two crop cycles. The results indicated no signifcant differences among macro and micronutrient levels in the leaves subjected to treatments with and without irrigation in the cycle 2004/05, except for cupper which showed higher level with the treatment including irrigation (6 mg kg-1. In the fruits, there was no difference, except for Zn, which also showed the highest levels (28 mg kg-1 with irrigation. In the crop cycle 2005/06, there were differences for N (40 g kg-1 and K (20 g kg-1 in the leaves, where the highest levels were observed with the treatment including irrigation. In the fruits, N had signifcant difference and its highest level was observed without irrigation (21 g kg-1. In relation to the pruning periods, signifcant differences were observed for Ca, Fe and Zn content in the leaves and Ca, K, Mg, S and Zn content in the fruits in the crop cycle 2004/05. In the cycle 2005/06, there were not differences among the levels of the evaluated nutrients in the leaves, and in the fruits there was difference for N, Ca and Cu.O trabalho teve como objetivo avaliar os teores nutricionais foliares e nos frutos de fgueira ‘Roxo de Valinhos’, podada em diferentes épocas, correspondentes aos meses de julho, agosto, setembro e outubro dos anos de 2004 e 2005, com e

  6. Pineapple yield and fruit quality effected by NPK fertilization in a tropical soil Produção e qualidade de frutos de abacaxizeiro em resposta à adubação com NPK

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademar Spironello

    2004-04-01

    Full Text Available There is a lack of information about fertilization of pineapple grown in the State of São Paulo, Brazil. So a field experiment with pineapple 'Smooth Cayenne' was carried out to study the effects of NPK rates on yield and fruit quality. The trial was located on an Alfisol in the central part of the State of São Paulo (Agudos county. The experimental design was an incomplete NPK factorial, with 32 treatments set up in two blocks. The P was applied only at planting, at the rates of 0; 80; 160 and 320 kg/ha of P2 0(5, as superphosphate. The N and K2O rates were 0; 175; 350, and 700 kg/ha, applied as urea and potassium chloride, respectively, divided in four applications during the growth period. Response functions were adjusted to yield or to fruit characteristics in order to estimate the nutrient rates required to reach maximum values. The results showed quadratic effects of N and K on yield and a maximum of 72 t/ha of fresh fruit was attained with rates of 498 and 394 kg/ha, respectively of N and K2O. In order to reach the maximum fruit size, and to improve the percentage of first class fruit (mass greater than 2.6 kg, were necessary rates of N and K respectively 11 and 43 % higher than those for maximum yield. No effect of P rates was observed on pineapple plant growth, despite the low availability of this nutrient in the soil. The effect of N rates was negative on total soluble solids and total acidity while the opposite occurred with K, which increased also the content of vitamin C. High yield and fruit size were closely related to N and K concentrations in the leaves.Há falta de informações sobre adubação de abacaxizeiro em São Paulo. Assim, um experimento de campo com abacaxizeiro 'Smooth Cayenne' foi desenvolvido com o objetivo de estudar os efeitos de doses de NPK na produção e qualidade de frutos em Agudos, região central do Estado, num Argissolo Vermelho-Amarelo. Empregou-se um fatorial incompleto, com 32 tratamentos distribu

  7. Influencia de la exposición de las hojas y el epicarpio de frutos sobre el desarrollo y la calidad del racimo de plátano 'Hartón' (<em>Musa> AAB Simmonds)

    OpenAIRE

    Barrera V. José Luis; Cayón S. Gerardo; Robles G. Juana

    2009-01-01

    Se estudió la influencia y contribución de las hojas funcionales presentes y el epicarpio del fruto durante el desarrollo del racimo sobre las características físicas y la calidad de los frutos de plátano 'Hartón' en el departamento de Córdoba (Colombia). Se usó un diseño de bloques completamente al azar, tres repeticiones y 10 tratamientos (cubrimiento de los tercios foliares y la inflorescencia). El número de hojas presentes durante el llenado del racimo afect...

  8. Growth of champa fruit under agroecological conditions of Miraflores, Boyacá, Colombia Crescimento de frutos de gabiroba em condições agroecológicas de Miraflores, Boyacá, Colômbia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helber Enrique Balaguera-López

    2012-12-01

    Full Text Available The objective of this work was to analyze the growth of champa fruit (Campomanesia lineatifolia as a function of growing-degree days (GDD in the municipality of Miraflores, in Boyacá, Colombia. Thirty trees were selected at random, and 100 flowers in full bloom were marked in each tree. From the 26th day after flowering until harvest, 10 samples were taken every 15 days to determine the fruit parameters and growth rate. Temperature was recorded to calculate the GDD. From flowering until harvest, 1,489.1 GDD were accumulated over 145 days. Dry and fresh matter mass of pulp, seed, and total fruit were fitted to a logistic growth model, and three growth stages (S1, S2 and S3 were defined. In the S1, growth was slow, and the relative growth remained nearly stable, whereas the absolute growth rate (AGR increased slowly. In the S2, maximum growth was observed. In the S3, which corresponds to maturation, dry mass increased gradually, and the AGR decreased, while the fresh pulp and total mass did not cease to increase. The polar and equatorial diameters increased linearly, while the volume followed an exponential model. Champa fruit show a simple sigmoid growth curve.O objetivo deste trabalho foi analisar o crescimento de frutos de gabiroba (Campomanesia lineatifolia como função de graus-dia de crescimento (GDC no Município de Miraflores, Boyacá, Colômbia. Trinta árvores foram selecionadas aleatoriamente, e 100 flores totalmente maduras marcadas em cada árvore. A partir do 26º dia após o florescimento até a colheita, 10 amostras foram colhidas a cada 15 dias, para determinar os parâmetros de crescimento dos frutos e a taxa de crescimento. A temperatura foi registrada para calcular o GDC. Do florescimento até a coleta, 1.489,1 GDC foram acumulados em 145 dias. As massas de matéria seca e fresca de polpa, sementes e total de frutos foram ajustadas a um modelo logístico de crescimento, e três estágios de crescimento (S1, S2 e S3 foram

  9. Alternativas de controle pós-colheita da podridão-parda e da podridão-mole em frutos de pessegueiro Alternatives for post-harvest control of brown rot and soft rot in peach fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicente Luiz de Carvalho

    2009-03-01

    Full Text Available As exigências do consumidor são cada vez maiores com relação à qualidade de produtos in natura. As podridões, além de causar perdas na produção, reduzem a qualidade final do fruto, interferindo significativamente na comercialização. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a eficiência de produtos alternativos, aplicados na pós-colheita, no controle da podridão-parda (Monilinia fructicola e da podridão-mole (Rhizopus spp. em pêssegos. O experimento foi conduzido no município de Nepomuceno-MG, em talhão de pessegueiro da cultivar Diamante, com 10 anos de idade. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 7 tratamentos e 3 repetições. Para o estudo, foram selecionados frutos sem lesões e sem sintomas das doenças. Os frutos foram mergulhados por 30 segundos em solução contendo os seguintes tratamentos: 1-Óleo de cravo 0,01%; 2-Dióxido de cloro 0,1%; 3-Dióxido de cloro 0,05%; 4-Cloreto de benzalcônio 0,25%; 5-Dicloran 0,12%; 6-Iprodione 0,15% e 7-Testemunha (somente água. Após os tratamentos, os frutos, em número de 10, foram colocados em bandejas esterilizadas, em três repetições. O experimento foi conduzido em condições de ambiente não controlado, sendo feitas avaliações do desenvolvimento das doenças aos 3 e aos 5 dias após os tratamentos em 2005 e aos 3; 6 e aos 9 dias após o tratamento em 2006. O iprodione controlou a incidência e a severidade de M. fructicola e Rhizopus spp. O dicloran foi o tratamento mais eficiente para o controle do Rhizopus spp. e intermediário para M. fructicola. Os tratamentos com óleo de cravo e dióxido de cloro, na maior dose, reduziram a incidência de Rhizopus spp. e para severidade apresentaram resultados intermediários.The consumers demand are increasing with regard to the quality of in nature products. The rot, besides causing loss in production, reduce the quality of the product, interfering significantly in the marketing. The objective

  10. Armazenamento de frutos de quiabo embalados com filme de PVC em condição ambiente Shelf life of four cultivars of okra covered with PVC film at room temperature

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wagner F da Mota

    2006-06-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou avaliar a influência do filme de PVC durante o armazenamento, em condição ambiente, de frutos de quatro cultivares de quiabo para consumo in natura. O experimento foi organizado segundo delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema de parcelas subdivididas, tendo nas parcelas um fatorial 2x4, ou seja, embalagens sem e com PVC e quatro cultivares (Amarelinho, Red Velvet, Star of David, Mammoth Spinless, e nas subparcelas os seis períodos de amostragem com quatro blocos. As características avaliadas foram: massa fresca, teor relativo de água, teor de vitamina C, teor de clorofila total e análise visual do escurecimento. O uso do PVC proporcionou menor perda de massa fresca e maior teor relativo de água ao longo do armazenamento para todas as cultivares estudadas em relação às não embaladas com o filme. As menores perdas de massa fresca foram verificadas nas cvs. Amarelinho e Star of David sem e com PVC, respectivamente. Os frutos das cvs. Red Velvet e Star of David, embalados com PVC, apresentaram menores perdas no teor de vitamina C. Foi observado que a cv. Mammoth Spinless manteve maior teor de clorofila. Observou-se, de maneira geral, maior incidência de escurecimento nos frutos armazenados sem PVC. Verificou-se que de toda as cultivares estudadas o que manifestou melhor conservação com relação ao escurecimento foi o Red Velvet.The present work evaluated the influence of PVC film on the postharvest shelf life of four cultivars of okra stored at room temperature. The experiment was arranged in random blocks, in sub split parcels, where the parcels were a factorial 2x4, with and without PVC film and the cvs. Amarelinho, Red Velvet, Star of David and Mammoth Spinless, and the subparcels the six sample time with four blocks. The characteristics evaluated were: percentage of weight loss, relative water content, total chlorophyll and chlorophyll a and b, content of vitamin C, visual

  11. Produção do melão rendilhado em função da concentração de potássio na solução nutritiva e do número de frutos por planta Net melon yield as affected by potassium concentration in nutrient solution and number of fruits per plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caciana C. Costa

    2004-03-01

    Full Text Available O experimento foi conduzido em hidroponia (NFT, de junho a novembro de 2001, na UNESP, em Jaboticabal. A cultivar Bônus nº 2 foi cultivada sob blocos casualizados, em esquema de parcelas subdivididas, com seis repetições. Foram avaliados o número de frutos por planta (2; 3; 4 e fixação livre e a concentração de potássio na solução nutritiva (66; 115,5; 165 e 247,5 mg L-1 de K. Nas colheitas ocorridas entre 105 e 133 dias após o transplantio (DAT, foram obtidos 2,0; 2,5; 2,7 e 2,3 frutos por planta, enquanto que aos 85 DAT, o número de frutos fixados tinha sido, respectivamente, 2; 3; 4 e 6,2 frutos por planta. O incremento da concentração de potássio na solução nutritiva aumentou, inicialmente, o número de frutos fixados, e contribuiu, posteriormente, para a redução do abortamento dos frutos. Também, promoveu aumento no peso médio do segundo fruto. A produção e o peso médio dos frutos não foram influenciados pelo emprego de soluções nutritivas com concentração de potássio acima de 66 mg L-1. Entretanto, o número de frutos por planta afetou a produção e o peso médio dos frutos, promovendo respectivamente, aumento e redução à medida que maior foi o número de frutos por planta.The experiment was carried out using hidroponic solution (NFT from June to November-2001, in Jaboticabal, São Paulo State, Brazil. The 'Bonus nº 2' was cultivated in randomized blocks design, with split-plot scheme and six replications. Fruit number per plant (2; 3; 4 and free and potassium concentration in the nutrient solution (66; 115.5; 165 e 247.5 mg L-1 were the studied factors. At harvests [105 to 133 days after transplant (DAT], 2.0; 2.5; 2.7 and 2.3 fruits per plant were obtained, whereas at 85 DAT, 2; 3; 4 and 6.2 fruits had been set, respectively. Increasing potassium concentration in the nutrient solution improved initially fruit set and contributed later to reduce the fruit aborting in plants. Also the potassium promoted

  12. Eficiência de aeração e consumo de oxigênio no tratamento de água residuária do processamento dos frutos do cafeeiro em sistema de aeração em cascata

    OpenAIRE

    Matos, Antonio T.; Eustáquio Júnior, Valdeir; Matos, Mateus P. de

    2015-01-01

    RESUMO Objetivou-se, com a realização deste trabalho, determinar a eficiência de aeração e a capacidade do sistema de aeração em cascata em remover matéria orgânica da água residuária do processamento dos frutos do cafeeiro (ARC). O sistema de aeração foi constituído por cascata com 4,14 m de altura, distribuída em 23 degraus (altura, largura e comprimento de 0,18; 0,32 e 0,60 m, respectivamente), reservatório para a recepção/detenção da ARC escoada, por três horas, e reservatório de distribu...

  13. Ocorrência dos principais defeitos do café em várias fases de maturação dos frutos Occurrence of the main coffee beans deffects in several stages of ripening

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Carvalho

    1970-01-01

    Full Text Available A ocorrência dos principais defeitos do café - grãos de película verde, grãos prêtos e grãos ardidos - foi estudada nos anos de 1967 e 1968, em Campinas, colhendo-se plantas, mensalmente, de abril a março do ano seguinte. Em cada colheita a produção total foi separada nas frações frutos verdes, meio maduro, maduro, passa, sêco normal, "sêco anormal" e café do chão. Nessas frações foi determinada a presença dos referidos defeitos. O defeito, "grão verde", em várias tonalidades, foi encontrado com maior freqüência nas frações de frutos verdes e, em ordem decrescente, nas frações sêco anormal, meio maduro, maduro, passa, sêco normal e sêco do chão. Os dados mostram que os chamados grãos verdes na verdade não provêm exclusivamente de frutos colhidos verdes, pois ocorreram com freqüência em tôdas as frações estudadas. Os grãos ardidos tiveram freqüência mais elevada na fração sêco do chão e decresceram nas frações sêco normal, sêco anormal, verde, meio maduro, maduro e passa. Essa ocorrência, em tôdas as frações estudadas, indica que tal defeito deve resultar de várias causas, e não apenas de fermentações anormais, como geralmente é considerado. O defeito "grão prêto" apareceu com maior freqüência no café sêco do chão e, em ordem decrescente, nos frutos sêco normal e sêco anormal, não ocorrendo nas demais frações. Os resultados mostram a conveniência de colhêr apenas o café maduro, quando então se verificar a menor quantidade dos defeitos estudados. Sugerem também ser recomendável uma revisão na designação dos defeitos, a fim de evitar interpretações errôneas na classificação comercial.The occurrence of green-coated beans, brown and black beans was studied in samples of green fruits, under-riped (plant stage fully riped and over-riped berries, as well as in the normal and abnormal fruits which were dried on the trees and also in the fruits fallen on the ground. The

  14. Resistência induzida em frutos de videira 'Isabel' (Vitis Labrusca e seus efeitos sobre a qualidade pós-colheita Induced resistance in fruits of 'Isabel' vine (Vitis labrusca and its effects on post-harvest quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kedma Maria Silva Pinto

    2013-03-01

    Full Text Available A indução de resistência tem sido apontada como alternativa sustentável para o manejo de doenças, mas pouco se sabe sobre a interferência de tais produtos na qualidade pós-colheita dos frutos. Assim, o presente trabalho tem por objetivo avaliar a produção e a maturação de frutos de videira 'Isabel' (Vitis labrusca, oriundos de plantas tratadas com elicitores de resistência, em Natuba-PB. Os experimentos foram realizados nos períodos de setembro de 2009 a janeiro de 2010 (safra 1 e de fevereiro a junho de 2010 (safra 2. Foram utilizados oito tratamentos (Testemunha; Fungicida (Metiram + Piraclostrobina; Fosfito de potássio; Agro-Mós®; Fungicida + Fosfito de potássio; Fungicida + Agro-Mós®; Fosfito de potássio + Agro-Mós® e Fungicida + Fosfito de potássio + Agro-Mós® e quatro repetições de 5 plantas. As aplicações foram realizadas a cada 10 dias, iniciando-se 20 dias após a poda, totalizando 12 aplicações. As coletas de frutos foram realizadas aos 45; 60;90 e 120 dias após a poda. As variáveis analisadas foram: massa dos cachos, comprimento e diâmetro dos cachos, rendimento de polpa, sólidos solúveis (SS, pH, acidez titulável (AT e relação SS/AT. O tratamento com fosfito de potássio promoveu o aumento de 24% no comprimento dos cachos, em relação à testemunha, na primeira safra. O rendimento de polpa e a relação SS/AT não foram influenciados pelos tratamentos, e o teor de sólidos solúveis foi influenciado positivamente pela aplicação de fosfito de potássio, com incrementos superiores a 60%, em ambas as safras avaliadas.Induction of resistance has been identified as a sustainable alternative for disease management, but little information is known about the interference of such products in the postharvest fruit. Thus, the present study aims to evaluate the production and ripening of grapes 'Isabel' (Vitis labrusca from plants treated with resistance elicitors in Natuba-PB, Brazil. The experiments

  15. Produtividade e qualidade do melão cantaloupe, cultivado em ambiente protegido, variando o número e a posição dos frutos na planta Fruit yield and quality of cantaloupe melon, under greenhouse conditions, as affected by number of fruits and position in the plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Cleiton Fernandes de Queiroga

    2008-12-01

    Full Text Available Os frutos do meloeiro são considerados fortes drenos que alteram a distribuição de fotoassimilados entre os órgãos da planta. Objetivou-se nesse trabalho determinar a produção e a qualidade de frutos de meloeiro em ambiente protegido em função do número e da posição de fixação dos frutos na planta. O experimento foi desenvolvido em fatorial 2 x 2 em blocos ao acaso, com cinco repetições, provenientes da combinação de número de frutos por planta (1 e 2 e posição de fixação dos frutos na planta (entre 5.º e 8.° nós e entre 15.° e 18.° nós. O melão cultivar 'Torreon', do grupo Cantalupensis, foi plantado em vasos de 11,5 dm³ contendo como substrato apenas fibra de coco adubada com macro e micronutrientes. Comparado a plantas com dois frutos, nas plantas com apenas um fruto ocorreram os maiores valores de: massa dos frutos (MF, reticulação da casca (RC, comprimento, índice de formato, espessura da polpa, índice de maturação (IM, sólidos solúveis (SS, açúcares solúveis totais, açúcares não redutores. Em plantas com apenas um fruto, ocorreu redução na produtividade comercial (PC de 21,4% em frutos fixados especificamente entre o 5.° e 8.° nós e 24,9% em frutos do 15.° e 18.° nós comparada a plantas com dois frutos. Em frutos fixados na posição do 15.° e 18.° nós ocorreram maiores MF, IM, PC e ciclo da cultura, bem como, menores RC e acidez total titulável. Foram obtidas correlações significativas para área foliar por fruto (AF x MF de 0,81, AF x SS de 0,79, MF x SS de 0,68, MF x RC de 0,72 e RC x SS de 0,51.Muskmelon fruits are strong sink affecting assimilate distribution among the plant organs. This experiment aimed at to determine yield and quality of 'Torreon' cultivar in greenhouse conditions as affected by fruit number and position in the plant. A 2 x 2 factorial was set in randomized block design, with five replications. Treatments combined fruit number per plant (1 and 2 and

  16. Raleo de frutos en kiwi

    OpenAIRE

    Godoy, Carlos; Arpaia, Rodolfo; Tognetti, Jorge

    2002-01-01

    Durante la temporada 1999-2000 un lote de plantas de kiwi (Actinidia deliciosa (A. Chev.) C. F. Liang et A. R. Ferguson var. deliciosa cv Hayward) fue sometido a tres intensidades de raleo: 30, 40 y 50 frutos/m2 a los 19 días post-floración. Se evaluó la calidad de los frutos desarrollados en 3 tipos de ramificación lateral: fuerte, medio y débil. Se registró la evolución del crecimiento del fruto. Se de...

  17. Produção e qualidade de frutos de laranjeira 'Pêra' em função de fontes e doses de boro Yield and quality of 'Pera' sweet orange in effect of boron source and doses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Rodrigues Bologna

    2006-08-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou estudar o efeito de fontes e doses de boro aplicadas no solo na produção e qualidade dos frutos de laranjeira 'Pêra'. Os tratamentos constituíram-se de cinco fontes de boro (ulexita-pó, colemanita, ulexita-granulada, termofosfato magnesiano com boro e ácido bórico e quatro doses (1; 2; 3 e 4 kg ha-1, em delineamento inteiramente casualizado e esquema fatorial 5 x 4, em quatro repetições. A produção da cultura não sofreu influência das fontes e doses de boro, 11 meses após a aplicação dos tratamentos. Nos atributos tecnológicos, não foram observados efeitos significativos nos parâmetros: ratio, teor de sólidos solúveis e ºBrix. Houve redução do rendimento de suco com o aumento da dose de boro aplicada para todas as fontes testadas. O maior e o menor diâmetro de fruto foram obtidos, respectivamente, com o uso da fonte mais solúvel (ácido bórico e menos solúvel (colemanita, não havendo influência dos tratamentos na espessura de casca.The aim of this research was to evaluate effects of boron sources and doses in the yield and quality of 'Pera' sweet orange. The treatments were five boron sources (ulexite-powder, colemanite, ulexite-grain, magnesian thermo phosphate with boron and acid boric and four boron doses (1, 2, 3 and 4 kg ha-1. Experimental design was completely randomized in factorial 5 x 4, with four replications. Eleven months after treatments application crop yield was not influenced by boron source and doses. Fruit technological attributes as ratio, soluble solid contents and ºBrix were not different. Orange juice production decreased with boron dose increasing for all evaluated sources. The largest fruit diameter was found under the most soluble source (boric acid while the smallest fruit diameter was obtained under the less soluble source (colemanite. Treatment influence was not observed to fruit skin thickness.

  18. Herança de caracteres relacionados à produção de frutos em Capsicum baccatum var. pendulum com base em análise dialélica de Hayman Inheritance of traits related to fruit production in Capsicum baccatum var. pendulum based on Hayman's diallel analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Simões Azeredo Gonçalves

    2011-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve por objetivo estimar parâmetros genéticos relacionados à produção de frutos em um dialelo de pimenta (Capsicum baccatum var. pendulum. Foram avaliados cinco genitores de pimenta (UENF 1616, UENF 1624, UENF 1629, UENF 1639 e UENF 1732 e seus respectivos híbridos F1, a partir de um dialelo completo, sem recíprocos. O experimento foi conduzido em cultivo protegido (politúnel, na área de convênio UENF/PESAGRO-RIO, Campos dos Goytacazes, no período de julho a dezembro de 2009. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com três repetições e nove plantas por parcela. Avaliaram-se as seguintes características agronômicas: diâmetro da copa (DC, altura de planta (ALTP, dias para a frutificação (DF, número de frutos por planta (NFP, peso médio do fruto (PMF, massa seca do fruto (MSF; teor de massa seca (TMS, comprimento do fruto (CF, diâmetro do fruto (DIAM, espessura da polpa (ESP, teor de sólidos solúveis totais (TSS e produção por planta (PROD. Somente as características PMF, MSF e PROD tiveram ausência de significância nos três testes de suficiência do modelo aditivo-dominante, indicando haver homogeneidade entre as variâncias e covariâncias e, consequentemente, ausência de epistasia no controle destas características. Para PMF e MSF, os efeitos gênicos aditivos foram os mais importantes. Por sua vez, na expressão de PROD o efeito de dominância foi o mais importante. Verificou-se dominância parcial para PMF e MSF e sobredominância para PROD. Os genitores UENF 1616 e UENF 1629 foram os que tiveram as maiores concentrações de alelos favóraveis para as três características em estudo.This work aimed to estimate genetic parameters related to the fruits production in a chilli pepper diallel (Capsicum baccatum var. pendulum. Five chilli pepper genitors were evaluated (UENF 1616, UENF 1624, UENF 1629, UENF 1639 and UENF 1732 and its respective hybrids F1, from a complete diallel

  19. Adubação com NPK em coqueiro-anão-verde (Cocos nucifera L. rendimento e qualidade de frutos NPK fertilization on Dwarf Green coconut (Cocos nucifera L. - yield and fruit quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio Junqueira Teixeira

    2005-04-01

    Full Text Available A produção de coco para extração de água no Estado de São Paulo está em expansão. Entretanto, faltam informações básicas sobre o manejo desta cultura. Desse modo, instalou-se um experimento de campo em Pereira Barreto (20º47'S; 51º01'W, visando ao estudo da resposta do coqueiro à adubação com NPK de set/2000 a fev/2004. Empregou-se o esquema fatorial fracionado 1/2 (4³, sendo os tratamentos formados pelas combinações de doses anuais de N (0; 120; 240 e 360 kg ha¹ de N, P (0; 100; 200 e 300 kg ha¹ de P2O5 e K (0; 120; 240 e 360 kg ha¹ de K2O. Como fontes de N, P e K, respectivamente, aplicaram-se NH4NO3, superfosfato triplo e KCl, fracionadamente, durante a época das chuvas. A aplicação de N causou diminuição no volume de água e massa média dos frutos e na quantidade de frutos por cacho; inversamente, a adubação potássica teve efeito positivo nestas características. Os teores de P e K da água de coco aumentaram com a aplicação de P e K, entretanto não houve efeito dos tratamentos nos resultados da avaliação sensorial. A aplicação de P não teve efeito significativo na produção de frutos.Coconut production aiming water extraction is increasing in São Paulo State, Brazil. Coconut is a new crop in this region, so there is a lack of information about its management. A field experiment was conducted in Pereira Barreto, SP, Brazil (20º47'S; 51º01'W to study the effects of NPK rates on yield and fruit quality, from September,2000 to February, 2004. The experimental design was an incomplete NPK factorial 1/2(4³. The treatments were annual rates of N (0, 120, 240, and 360 kg ha¹ of N, P (0, 100, 200, and 300 kg ha¹ of P2O5 and K (0, 120, 240, and 360 kg ha¹ of K2O, applied as NH4NO3, triple superphosphate and KCl, respectively. The rates of N, P e K were split during rainy season. The effect of N rates was negative on water volume production on fruits, weight and number of fruits per bunch, and in a

  20. Retenção de frutos de laranjeiras de umbigo ‘Monte Parnaso’ em função da aplicação de 2,4-d, ácido giberélico e da anelagem de ramos Fruit set of 'Monte Parnaso' navel oranges in function of the application of growth regulators and branch girdling

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilmar Schäfer

    1999-12-01

    Full Text Available A laranjeira de umbigo ‘Monte Parnaso’ é muito apreciada e cultivada no RS, entretanto, apresenta baixa produtividade, relacionada a uma intensa abcisão de flores e frutos em desenvolvimento. O propósito deste trabalho foi reduzir a queda prematura de frutos e aumentar a produção de laranjeiras de umbigo ‘Monte Parnaso’ (Citrus sinensis Osbeck. O experimento foi realizado no município de Eldorado do Sul, Estado do Rio Grande do Sul. As plantas estavam com 7 anos de idade, enxertadas sobre Poncirus trifoliata [L.]. O delineamento experimental adotado foi de parcelas subdivididas em esquema fatorial 6 x 3, onde se aplicou os seguintes tratamentos principais: (T1 Testemunha (tratamentos em novembro; (T2 10ppm de ácido giberélico (AG3 em agosto de 1996 + 10ppm de AG3 em maio de 1997; (T3 10ppm de AG3 em agosto de 96 + 10ppm de AG3 e 15ppm de ácido 2,4 diclorofenoxiacético (2,4-D em maio de 97; (T4 T3 + 5ppm de AG3 em outubro de 96; (T5 T4 + [0,3% ZnSO4 + 0,15% de MnSO4 e 2% de adubo N-P-K (26-00-26, em outubro de 96]; (T6 T5 + anelagem da casca dos ramos principais, em outubro de 96. Todos esses tratamentos foram combinados com os seguintes subtratamentos, em novembro de 1996: (a 15ppm de 2,4-D; (b Anelagem da casca dos ramos principais; (c 15ppm de 2,4-D + anelagem da casca dos ramos. De dezembro de 96 a agosto de 97, contou-se o número de frutos caídos por planta e, em agosto de 97, foram avaliados o número e o peso dos frutos colhidos. Verificou-se que os tratamentos 4, 5 e 6 diminuíram a abcisão de frutos e aumentaram o peso e o número de frutos produzidos.The present trial was carried out aiming to increase fruit set of 'Monte Parnaso' (Citrus sinensis Osbeck navel oranges budded on trifoliate orange (Poncirus trifoliata Raf. rootstocks grown in Rio Grande do Sul State, Brazil. In June 1996, seven-year-old navel orange trees were sprayed with growth regulators combined or not with girdling and fertilization. In the main

  1. Maturação e morfometria dos frutos de miconia Albicans (Swartz triana (melastomataceae em um remanescente de floresta estacional semidecídua montana em Lavras, MG Maturation and morphometrics of the fruits of Miconia albicans (Swartz triana (melastomataceae in a remnant of montane seasonal semideciduous forest in Lavras, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio de Almeida Vieira

    2009-12-01

    Full Text Available Os objetivos deste trabalho foram analisar a dinâmica da maturação dos frutos e avaliar quantitativamente algumas características físicas dos frutos de Miconia albicans (Swartz Triana em um remanescente de Floresta Estacional Semidecídua Montana. A atividade, intensidade e sincronia de 20 indivíduos foram analisadas em relação aos eventos de frutificação, correlacionando-os com as variáveis climáticas. Analisou-se a morfometria (comprimento, largura e massa de 130 frutos de 10 indivíduos. A intensidade da fenofase de frutos maduros nas plantas correlacionou-se significativamente com a precipitação média do período (rS = 0,611; P The aim of this study was to examine the dynamics of fruit maturation and quantitatively assess some physical characteristics of the fruits of Miconia albicans (Swartz Triana in a remnant of Montane Seasonal Semideciduous Forest. The activity and synchrony of 20 individuals were analyzed in regard to the proportion of fruiting events, and to help to determine their correlation to abiotic factors. Morphometric traits (fruit length, diameter and mass of 130 fruits from ten individuals were analyzed. The number of fruits maturing showed a significant correlation with the mean precipitation (rS = 0.611; P < 0.05. M. albicans presented a high number of small seeds per fruit ( = 28.05 ± 1.45 s.d.. The fresh mass of the fruit was approximately equal to the pulp mass (rS = 0.988; P < 0.05. Thepulp contributed with 94% of the total mass, demonstrating the potential importance of this species for frugivores. The results indicate the period of high intrapopulation synchrony of the studied phenophases, which can be a useful guide in the collection of seeds for germoplasm banks and recovery of degraded areas.

  2. GA3 e Paclobutrazol no florescimento e na produção de frutos em duas cultivares de morangueiro GA3 and Paclobutrazol on the flowering and yield of strawberry

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaime Duarte Filho

    2004-06-01

    Full Text Available Neste trabalho estudou-se o efeito dos fitorreguladores Ga3 e Paclobutrazol no florescimento e produção de frutos de morangueiro (Fragaria x ananassa Duch.. O experimento foi conduzido em Caldas (MG, na EPAMIG. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, num esquema fatorial 2x4, onde as variáveis dependentes foram duas cultivares ('Oso Grande' e 'Seascape' e os tratamentos controle (água; GA3 a 40 mg L-1 em duas aplicações (aos 45 e 65 dias após o transplante; paclobutrazol (produto comercial Cultar 10% a 100 mg L-1 aos 75 dias após o transplante das mudas; combinação de GA3 + paclobutrazol aplicados aos 45; 65 e aos 75 dias, respectivamente, após o transplante. Os tratamentos foram aplicados via foliar em ambas as cultivares. A resposta à aplicação dos fitorreguladores GA3 e paclobutrazol em morangueiro depende da cultivar. A cv. Seascape, de dia neutro, respondeu melhor à aplicação de GA3 que a 'Oso Grande', de dia curto; Por outro lado, o paclobutrazol, quando aplicado via foliar, aos 75 dias após o transplante, reduziu o florescimento do morangueiro o que mostra a necessidade de mais pesquisas sobre dosagens e épocas de aplicação do paclobutrazol nesta cultura.The effect of bioregulators GA3 and paclobutrazol was evaluated on flowering and yield of strawberry cultivars Oso Grande and Seascape. The experiment was carried out in Caldas, Minas Gerais State, Brazil. The treatments consisted of control (no application of bioregulators; GA3 at 40 mg L-1, in two applications (45 and 65 days after transplanting date; paclobutrazol (commercial product Cultar, 10% at 100 mg L-1, 75 days after transplanting date; combination of GA3 + paclobutrazol, applied 45; 65 and 75 days, respectively, after transplanting date. The experimental design was a randomized complete block, with four replications, in a factorial 2x4. The response to the bioregulators GA3 and Paclobutrazol was cultivar

  3. Qualidade de frutos de videira 'Niagara Rosada' em cultivo intercalar com gramínea e leguminosas Influence of green cover on fruit quality of table grape variety Niagara Rosada

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Bahia Wutke

    2004-04-01

    Full Text Available Devido ao aumento do custo de produção com a utilização de cobertura morta com capim nas ruas da videira, no presente estudo, objetivou-se a possibilidade de substituição dessa cobertura morta por adubação verde intercalar, sem interferência nas características qualitativas dos frutos da videira 'Niagara Rosada', em experimentos realizados em Indaiatuba e Jundiaí-SP, de 1999 a 2002. Nas ruas da videira, instalaram-se seis tratamentos, em blocos ao acaso e 4 repetições, constando de testemunha no limpo; vegetação espontânea roçada; cobertura com capim braquiária; aveia-preta ou chícharo ou tremoço, de março a outubro, seguidos de mucuna-anã de outubro a março. Determinaram-se teores de sólidos solúveis totais (SST, pH, acidez total titulável (ATT e relação SST/ATT no suco. Os resultados obtidos com a cobertura verde, na média dos anos para os parâmetros, foram similares ou mais favoráveis do que os da cobertura com capim, podendo-se substituí-la pela adubação verde intercalar com gramínea e leguminosas, o ano todo, sem interferência negativa na qualidade dos frutos, que foi influenciada pelas condições climáticas anuais das regiões de cultivo.Grape vineyard in Southern Brazil utilize a large amount of mulch during autum-winter season demanding extra efforts and costs related to its acquisition, transportation and distribution in the plant inter-rows. In order to evaluate the possibility of replacing the tradicional use of mulch by cover cropped (green manuring species in the inter-row strip, two experiments were carried out in Indaiatuba and Jundiaí, SP, Brazil, from 1999 to 2002, with the table grape variety Niagara Rosada. The experimental design was a randomized block with four replications and six treatments: 1.check (no weeded; 2. cutted spontaneous local vegetation; 3. mulch of Brachiaria decumbens; 4. Avena strigosa from March to October followed by Mucuna deeringiana from October to March; 5

  4. Ação fungicida do acaricida azocyclotin sobre a antracnose do feijoeiro comum Fungicidal action of azocyclotin acaricide on comon bean anthracnose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ademir Santini

    2005-01-01

    Full Text Available A cultura do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. pode ser afetada por muitas doenças e dentre elas destaca-se a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum. O acaricida azocyclotin (AZ foi avaliado in vitro, em plântulas e em condições de campo, quanto ao efeito em C. lindemuthianum. Foram avaliados sete tratamentos in vitro: 1 testemunha; 2 AZ-1 mg L-1; 3 Trifenil hidróxido de estanho (THE-1 mg L-1; 4 AZ-10 mg L-1; 5 THE-10 mg L-1; 6 AZ-100 mg L-1 e 7 THE-100 mg L-1 e 13 tratamentos in vivo: 1 testemunha; 2 AZ aplicado 24 horas antes da inoculação (AZ-24; 3 THE-24; 4 AZ-48; 5 THE-48; 6 AZ-72; 7 THE-72; 8 AZ-96; 9 THE-96; 10 AZ-120; 11 THE-120; 12 AZ-144 e 13 THE-144. Azocyclotin foi avaliado à dose de 125 g i.a.100 L-1 de água e trifenil hidróxido de estanho a 41,25 g i.a.100 L-1. Os delineamentos experimentais foram inteiramente ao acaso, com cinco repetições. Em condições de campo, foi realizado um experimento com seis tratamentos. Os tratamentos e as doses em g ha-1 de i.a foram: 1 tebuconazole + trifenil hidróxido de estanho (100 + 200; 2 tebuconazole + trifloxystrobin (40 + 100; 3 trifloxystrobin (125; 4 tebuconazole + azocyclotin (100 + 500; 5 azocyclotin (500 e 6 testemunha. O delineamento foi em blocos ao acaso, com quatro repetições. Para a avaliação in vitro foram medidos diâmetros ortogonais do crescimento micelial do fungo em BDA; in vivo e no campo usou-se escala de notas de 1 a 9, sendo 1 = sem sintoma e 9 = igual ou mais de 25% de área foliar afetada. In vitro, o tratamento 7 proporcionou maior inibição do desenvolvimento micelial. Em plântulas, observou-se controle de C. lindemuthianum até 144 horas, pelos dois produtos. Uma nova constatação em campo foi o controle de antracnose pelo acaricida azocyclotin, em que se observou também efeito sobre mancha-angular e mancha-de-alternária. Concluiu-se que o acaricida azocyclotin é eficiente no controle da antracnose do feijoeiro, semelhante

  5. Variância e média da massa de frutos de abobrinha-italiana em múltiplas colheitas Variance and means of zucchini fruit mass in multiple harvests

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alessandro Dal'Col Lúcio

    2008-09-01

    Full Text Available A variância associada à produção em plantas com colheitas múltiplas nem sempre é homogênea, o que compromete a precisão experimental. Com o objetivo de identificar o comportamento da média e da variância da massa dos frutos de abobrinha-italiana (Curcubita pepo com o passar das colheitas, entre as linhas de cultivo dentro de cada colheita e entre colheitas, e verificar a interferência de diferentes manejos nesse comportamento, conduziu-se um trabalho nas estações sazonais inverno-primavera (I/P e verão-outono (V/O 2004/2005. O experimento foi conduzido em dois túneis (T1 e T2, com três linhas de 25 plantas por túnel, com a cultivar Caserta. Em T1 utilizou-se irrigação por gotejamento, com mulching sobre os camalhões e menor aplicação de biocidas que em T2. Em T2 utilizou-se irrigação por aspersores, colocados a 1,8 m de altura, sem mulching sobre os camalhões. Aplicou-se o teste de Bartlett entre as seis variâncias das linhas de cultivo dentro de cada colheita e entre as variâncias médias das seis linhas para verificar a homogeneidade entre colheitas em cada estação de cultivo. Para comparação das médias de produção de cada linha de cultivo, em cada colheita, dentro de cada túnel, e entre linhas de cultivo, com a mesma posição nos túneis, foi aplicado o teste t. Na estação V/O, as variâncias foram homogêneas em duas das onze colheitas e, na estação I/P, em dez das treze colheitas, sendo que em ambas as estações houve maior homogeneidade das variâncias na primeira metade do ciclo. Na estação V/O, as variâncias em T1 foram, de modo geral, menores em todo o ciclo. Nas duas estações houve heterogeneidade na variância entre colheitas. Na estação V/O, ocorreram diferenças significativas em seis e três colheitas, respectivamente em T1 e T2, com as médias de produção atingindo 481,0 em T1 e 454,0 g planta-1 em T2. Na estação I/P ocorreram diferenças de produção na primeira (T1 e quarta e

  6. Modeling of allergen proteins found in sea food products Modelagem de proteínas alergênicas em frutos do mar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nataly Galán-Freyle

    2012-06-01

    Full Text Available Shellfish are a source of food allergens, and their consumption is the cause of severe allergic reactions in humans. Tropomyosins, a family of muscle proteins, have been identified as the major allergens in shellfish and mollusks species. Nevertheless, few experimentally determined three-dimensional structures are available in the Protein Data Base (PDB. In this study, 3D models of several homologous of tropomyosins present in marine shellfish and mollusk species (Chaf 1, Met e1, Hom a1, Per v1, and Pen a1 were constructed, validated, and their immunoglobulin E binding epitopes were identified using bioinformatics tools. All protein models for these allergens consisted of long alpha-helices. Chaf 1, Met e1, and Hom a1 had six conserved regions with sequence similarities to known epitopes, whereas Per v1 and Pen a1 contained only one. Lipophilic potentials of identified epitopes revealed a high propensity of hydrophobic amino acids in the immunoglobulin E binding site. This information could be useful to design tropomyosin-specific immunotherapy for sea food allergies.Os mariscos são fontes de alérgenos alimentares e seu consumo é a causa de graves reações alérgicas em humanos. Tropomiosinas, uma família de proteínas musculares, foram identificadas como os principais alérgenos em espécies de crustáceos e moluscos. No entanto, poucas estruturas experimentais tridimensionais estão disponíveis no Protein Data Base (PDB. Neste trabalho, modelos 3D de vários homólogos de tropomiosinas presentes em moluscos marinhos e espécies de moluscos (Chaf 1, Met e1, Hom a1, v1 Per e Pen a1 foram construídas, validadas e seus epítopos de ligação de imunoglobulina E (IgE foram identificados, utilizando ferramentas de bioinformática. Todos os modelos de proteína para esses alérgenos consistiam em longas alfa-hélices. Chaf 1, Met e1, e Hom a1 apresentaram seis regiões conservadas com similaridades de sequência para epítopos conhecidos

  7. Melhoramento do feijoeiro comum com grão tipo carioca, visando resistência à antracnose e à mancha angular Breeding of common bean with carioca type grain for the resistance to anthracnose and angular leaf spot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mansuêmia Alves Couto

    2008-10-01

    Full Text Available Objetivou-se no trabalho, selecionar linhagens de feijoeiro comum que reunissem, além da alta produtividade, porte ereto e grãos do tipo Carioca, também a resistência à antracnose e à mancha angular. O material experimental constituiu-se de 143 linhagens oriundas de três famílias segregantes F1:4RC2 {[(G2333 X ESAL 696 X ESAL 696] X CI 140}. Foram conduzidos quatro experimentos em três localidades da região sul de Minas Gerais, avaliando-se a produção, o tipo de grão, o porte e a reação à mancha angular. A reação à antracnose foi determinada a partir de inoculações de plantas jovens de cada linhagem, com as raças 2047 e 1545, mantidas em câmara de nevoeiro por três dias e transferidas para casa de vegetação com irrigação por aspersão, a cada quatro horas. Selecionaram-se quatro linhagens com alta produtividade, porte mais arbustivo, grãos tipo carioca e com resistência à mancha angular (nota até 4. Uma das linhagens selecionada possui o alelo Co-4², outras duas possuem o alelo Co-7 de resistência à antracnose e a última, embora seja suscetível à antracnose, possui resistência à mancha angular (nota 3,97 e maior produtividade de grãos.Aiming to select common bean lines with high grain yield, Carioca grain type, upright plant habit and resistant to anthracnose and angular leaf spot, 143 lines were selected from three families of the cross F1:4RC2 {[(G2333 X ESAL 696 X ESAL 696] X CI 140}. The promising lines were selected based on the agronomical traits in four field experiments, set up in three places in Southern MG State using the square lattice design. The reaction of each line to the anthracnose was evaluated by inoculating the seedlings using the races 1545 and 2047, and kept in humid chamber during three days, and then moved to greenhouse with sprinkle irrigation every four hours. Four lines with high grain yield, upright plant habit, Carioca grain type, and resistance to angular leaf spot (score up

  8. Controle de Colletotrichum gloeosporioides em mamoeiro, utilizando extratos vegetais, indutores de resistência e fungicida = Alternative control of Colletotrichum gloeosporioides in papaya, using vegetable extracts, resistance inducers and fungicide

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Cordeiro do Nascimento

    2008-07-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo avaliar o controle de doenças do mamoeiro, utilizando extratos vegetais (alho, angico e manjericão, óleos naturais (urucum e algodão, indutores de resistência (Bion®, Ecolife® e Agro-mos® e fungicida Mancozeb/Dithane. O Experimento I consistiu-se da avaliação dos tratamentos sobre o crescimento micelial de Colletotrichum gloeosporioides, in vitro; no Experimento II, efetuou-se ainoculação artificial do fungo sobre frutos sadios de mamão e avaliou-se a severidade da podridão peduncular, por meio de escala de notas e, no Experimento III, aplicaram-se os tratamentos em mudas de mamoeiro, inoculadas artificialmente com C. gloeosporioides,avaliando-se a antracnose com escala de notas. Os resultados obtidos demonstraram que extratos de angico e alho proporcionaram um menor crescimento micelial, in vitro, e o Bion® manteve um eficiente controle da podridão peduncular em frutos. Nas mudas, oefeito do alho, angico e Bion® diferiram significativamente dos demais, sendo que o Bion® apresentou melhor controle da severidade da antracnose. Assim, o controle da podridão peduncular e antracnose em mamoeiro, com produtos naturais e indutores de resistência, pode ser uma opção viável na substituição de agroquímicos.This present work had as objective to evaluate the control of papaya diseases using natural extracts (Allium sativum L., Anadenanthera peregrina L. Speng, and Ocimum basilicum L., natural oils (Gossypium hirsutum L. and Bixa orellana L., resistance inducers (Bion®, Ecolife® and Agro-mos®, and a chemical fungicide (Mancozeb/Dithane. Experiment I was conducted to evaluate the inhibitory potential of the treatments on Colletotrichum gloeosporioides mycelial growth in vitro; in Experiment II, artificial inoculation of fungus was performed on healthy papaya fruits, and the severity of stem-end rot was evaluated using a disease index; and in Experiment III,treatments were applied on papaya

  9. Caracterização física e química dos frutos da umbu-cajazeira (Spondias spp em cinco estádios de maturação, da polpa congelada e néctar Physical and chemical characterization on the fruits of umbu-cajazeira (Spondias spp in five ripening stages, frozen pulp and nectar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ELIZA DOROTEA POZZOBON DE ALBUQUERQUE LIMA

    2002-08-01

    Full Text Available A umbu-cajazeira, no Brasil, apresenta boas potencialidades de cultivo e perspectivas de comercialização, o que objetivou este trabalho de avaliação da qualidade física e química dos frutos em cinco estádios de maturação classificados de acordo com o grau de cor da casca descritos como: fruto totalmente verde (1FTV, frutos com início de pigmentação (2FIP, frutos parcialmente amarelos (3FPA, frutos totalmente amarelos (4FTA, frutos totalmente amarelo-alaranjados (5FTAA, da polpa congelada e do néctar. As variáveis estudadas foram os atributos físicos: peso, diâmetro longitudinal, diâmetro transversal e rendimento em polpa, e químicos: vitamina C, acidez total titulável sólidos solúveis totais, pH e a relação sólidos solúveis totais/acidez total titulável. Os frutos, no estádio de maturação comercial (4FTA, apresentaram os seguintes valores mé ;dio: rendimento de polpa de 55,75%; pH de 2,08; SST de 11,25 °Brix; ATT de 1,77 g de ácido citrico/100g de polpa; SST/ATT de 6,39 e teor de vitamina C total de 17,75 mg/100g. A polpa congelada e o néctar mantiveram-se em condições estáveis em relaç ;ão ao pH, SST, ATT e SST/ATT, durante 60 dias de armazenamento. Quanto ao teor de vitamina C total, a polpa congelada apresentou um decréscimo signi ficativo, o que não ocorreu com o néctar.In Brazil some tropical fruits present great potential for cultivation and perspective of commercialization, one of them is the "umbu-cajazeira". A research has been developed aiming to measure the physical and chemical quality of the frozen pulp and the nectar obtained from "umbu-cajazeira" fruits, which were classified in distinct maturation stages. The fruits were divided according to shell colour in five groups: fruit completely green (1FCG, fruit starting to change shell's colour (2FSCC, fruit partially yellow (3FPY, fruit totally yellow (4FTY, fruit totaly orange-like yellow. The variables analysed comprised the physical

  10. Divergência genética em genotipos de maracujazeiro azedo, com base em características físicas e químicas dos frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kristhiano Chagas

    2016-09-01

    Full Text Available RESUMO Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a divergência genética e as características físicas e químicas de frutos de duas populações do maracujazeiro azedo na região Norte do Espírito Santo, como as progênies de meio-irmãos de acesso local de um plantio comercial (genótipos: 1; 2; 3; 4; 5; 6; 7; 8; 9 e 10 e do híbrido BRS Ouro Vermelho (genótipos: 11; 12; 13; 14; 15; 16; 17; 18; 19 e 20. A divergência genética foi avaliada por procedimentos multivariados como a distância generalizada de Mahalanobis (D2 e pelos métodos de agrupamento de otimização de Tocher e UPGMA. Encontrou-se divergência genética entre as populações estudadas promovendo a formação de grupos diferentes entre o método de Tocher e do UPGMA. As características, referentes ao tamanho do fruto, diâmetro polar e equatorial, foram as que mais contribuíram na diversidade genética dos genótipos. Nas populações estudadas de maracujazeiro azedo há grande variabilidade genética quanto às características avaliadas, o que possibilita selecionar plantas com elevado potencial para fins de melhoramento genético. O híbrido BRS Ouro Vermelho apresenta boa adaptação às condições locais.

  11. Desidratação osmótica de frutos de duas cultivares de abacaxi em xarope de açúcar invertido Osmotic dehydration of sliced pineapple of two cultivars in inverted sugar syrup

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rafael G. Dionello

    2009-10-01

    Full Text Available Propôs-se, neste trabalho, avaliar a cinética da desidratação osmótica de fatias de frutos de duas cultivares de abacaxi, Pérola e Smooth Cayenne, em xarope de açúcar líquido invertido sem diluição. Empregaram-se dois níveis de temperatura da solução de desidratação, 40 e 50 ºC, dois níveis de agitação, zero e 60 min-1, tempo de imersão de 2 h e a relação fruta:xarope de 1:10. Verificou-se que a relação fruta:xarope usada, foi suficiente para manter inalterada a concentração da solução osmótica ao longo da desidratação. Houve aumento de cerca de três vezes no teor de sólidos solúveis totais das fatias de abacaxi, não se observando diferenças em função da cultivar e da temperatura de desidratação; observou-se, também, que a redução de massa, a perda de água e o ganho de sólidos, foram maiores para amostras da cultivar Pérola que para aquelas da cultivar Smooth Cayenne.The objective of the present study was to investigate the kinetics of the osmotic dehydration of sliced pineapple of two cultivars, Pérola and Smooth Cayenne, in undiluted inverted sugar syrup. Osmotic dehydration was carried out using a fruit to syrup weight ratio of 1:10, and employing two levels of temperature of the solutions (40 and 50 ºC, two levels of agitation (zero and 60 min-1 for a total immersion time of 2 h. Results showed that the fruit to syrup ratio employed did not alter the total soluble solids content of the osmotic solution at the end of the dehydration process. A threefold increase in the total soluble solids content in pineapple slices was observed after dehydration, irrespective of cultivar and temperature of the solution. Highest values of mass reduction, water loss and solids gain were observed for fruit slices of cultivar Pérola.

  12. Dermatologia comparativa: dermatoscopia em melanoma cutâneo Comparative dermatology: dermatoscopy of cutaneous melanoma

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Otávio Sérgio Lopes

    2008-10-01

    Full Text Available Os autores apresentam imagens de dermatoscopia em uma fruta (manga-rosa, contaminada pela antracnose, mostrando sua semelhança com o melanoma extensivo superficial.The authors present images from a dermatoscopy performed in a fruit (mango that was contaminated by anthracnosis, showing its similarity to superficial spreading melanona.

  13. Caracterização da agressividade e atividade enzimática de isolados de Colletotrichum spp. associados à antracnose do abacate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hugo José Tozze Júnior

    Full Text Available RESUMO A antracnose é a principal doença pós-colheita do abacate. O presente trabalho teve como objetivos caracterizar a agressividade e a atividade enzimática de 30 isolados de Colletotrichum spp. de abacate. Abacates ‘Fuerte’ foram inoculados com disco de BDA contendo estruturas de cada isolado e após sete dias mensuraram-se os diâmetros das lesões. Dois grupos de isolados foram distinguidos quanto à agressividade pelo teste de teste de Scott-Knott (p=0,05, um com lesões entre 34,0 e 38,2 mm e outro com lesões entre 38,7 e 44,0 mm de diâmetro. Para caracterização enzimática, avaliaram-se as áreas dos halos formados em substratos específicos para detecção de amilase, celulase, lacase, lipase, pectato liase e protease e a atividade da enzima catalase. Os isolados não produziram amilase suficiente para formação de halo em meio de cultura. Todos os isolados produziram catalase, pectato liase e protease, enquanto 46% produziram lacase e 97% tiveram as atividades da celulase e lipase detectadas. Distinguiram-se dois grupos de isolados para as enzimas catalase e pectato liase, cinco grupos para a celulase, seis grupos para a lacase e sete grupos para as enzimas lipase e protease, pelo teste de teste de Scott-Knott (p=0,05. Não houve relação entre as atividades enzimáticas e a agressividade dos isolados.

  14. Fruit size, mineral composition and quality of trickle-irrigated tomatoes as affected by potassium rates Tamanho, composição mineral e qualidade de frutos de tomateiro irrigado por gotejamento em razão de doses de potássio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Cezar Rezende Fontes

    2000-01-01

    Full Text Available An experiment was conducted to determine the fruit size, mineral composition and quality of trickle-irrigated tomatoes as affected by potassium fertilizer rates. Six potassium (K rates were applied as KCl, corresponding to 0, 48.4, 118.6, 188.8, 259.0 and 399.4 kg ha-1, with four replicates, following a randomized block design. Quadratic responses to K rates were observed for double extra large (diameter > 60 mm, extra large (56 to 60 mm and large (52 to 56 mm fruit yields. Maximum yields of these classes were achieved with K rates of 116, 190 and 233 kg ha-1, respectively. Fruit dry matter, phosphorus, sulfur and magnesium contents were not affected by K rates, but nitrate and K contents showed significant increments as K rates were increased. Vitamin C, total soluble solids, lycopene and beta-carotene contents in the fruits were not affected by K rates. Increments in the K rate lowered the fruit pH and increased total acids content.Para determinar o efeito da fertirrigação com K sobre o tamanho, a composição mineral e a qualidade dos frutos do tomateiro, foi conduzido um experimento com aplicação de seis doses de K, na forma de KCl, correspondendo a 0, 48,4, 118,6, 188,8, 259,0 e 399,4 kg ha-1, com quatro repetições, distribuídas no delineamento experimental em blocos casualizados. Foram observadas respostas quadráticas das produções das classes de frutos graúdo 2 (diâmetro > 60 mm, graúdo 1 (56 a 60 mm e graúdo (52 a 56 mm em relação às doses de K aplicadas na adubação. As produções máximas de frutos de cada classe foram obtidas com as doses de K de 116, 190 e 233 kg ha-1, respectivamente. O conteúdo de matéria seca e os teores de P, S e Mg dos frutos não foram influenciados pelas doses de K, mas os teores de nitrato e de potássio aumentaram com o aumento das doses. Os teores de vitamina C, sólidos solúveis, licopeno e beta-caroteno não foram influenciados pelas doses de K; porém, os incrementos nas doses

  15. Archaea como componentes da microbiota endofítica de frutos do cafeeiro

    OpenAIRE

    Oliveira, Marcelo Nagem Valério de

    2009-01-01

    Este é o primeiro estudo de diversidade genética da comunidade de Archaea associada a frutos de café (Coffea arabica L.). Ele foi realizado em amostras de frutos no estádio cereja das cultivares Bourbon Amarelo, Bourbon Vermelho, Catuaí Amarelo, Catuaí Vermelho e Catucaí Vermelho, em diferentes altitudes. A diversidade de arqueas presentes durante a secagem natural de grãos despolpados em terreiro revestido com cimento também foi estudada. A adição de proteases durante a etapa de lise celular...

  16. Qualidade química de frutos do maracujazeiro-amarelo em solo com biofertilizante irrigado com águas salinas Chemical quality of yellow passion fruit in soil with biofertilizer and irrigated with saline water

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago J. Dias

    2011-03-01

    Full Text Available Um experimento foi desenvolvido para avaliar os efeitos da salinidade da água de irrigação e frequências de aplicação de biofertilizante bovino no solo sobre as qualidades químicas de frutos de maracujazeiro-amarelo. Os tratamentos foram distribuídos em arranjo fatorial 5 x 4, correspondendo aos valores de condutividade elétrica da água de irrigação: 0,5; 1,5; 2,5; 3,5 e 4,5 dS m-1 e a quatro frequências de aplicação do biofertilizante: sem a aplicação do biofertilizante (SB; aplicação realizada uma semana antes do transplantio (1 SAT; a cada 90 dias a partir do transplantio (90 DAT; uma semana antes do transplantio e a cada 90 dias após o transplantio (1 SAT + 90 DAT. Pelos resultados se certifica de que o aumento da salinidade da água inibiu o rendimento em polpa, os teores de sólidos solúveis (SS, o pH, a razão sólidos solúveis/acidez titulável (SS/AT e os teores de vitamina "C" no suco, proporcionando maior acidez e elevação da condutividade elétrica do suco. O aumento da frequência de aplicação do biofertilizante, apesar de aumentar a condutividade elétrica do suco atenuou os efeitos degenerativos dos sais da água de irrigação ás plantas, resultando em incremento no rendimento em polpa, teores de vitamina "C" e ainda reduziu a razão SS/AT e o pH da polpa.This work had the objective to evaluate the effects of irrigation water salinity (EC associated to application frequencies of bovine biofertilizer on chemical qualities of yellow passion fruits. The treatments were distributed using 5 x 4 factorial design corresponding the five EC of irrigation plant water of 0.5, 1.5, 2.5, 3.5 and 4.5 dS m-1, in four frequencies of application of the biofertilizer: without bovine biofertilizer (SB; with application one week before transplanting (1 SAT; application with intervals of 90 days after transplanting (90 DAT; and, with application one week before transplanting and at intervals of 90 days (1 SAT + 90 DAT. From

  17. Qualidade fisiológica de sementes de leiteiro (Peschiera fuchsiaefolia em função do estádio de maturação dos frutos Influence of fruit maturation stage on seed quality in Peschiera fuchsiaefolia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    D. Martins

    2004-12-01

    Full Text Available O leiteiro (Peschiera fuchsiaefolia é uma infestante de pastagens de importância para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, cuja dispersão ocorre por sementes. Com o objetivo de avaliar a qualidade fisiológica das sementes de leiteiro, em função do estádio de maturação e armazenamento dos frutos, foram colhidos frutos em cinco regiões diferentes, constituindo cinco acessos: lote 1-Vitoriana/SP, lote 2-Botucatu/SP, lote 3Bauru/SP, lote 4-São Manuel/SP e lote 5-São Pedro/SP. Cada lote de sementes foi avaliado individualmente, seguindo-se o delineamento estatístico inteiramente casualizado, com os tratamentos dispostos em esquema fatorial 2x4, sendo dois períodos de armazenamento dos frutos (0 e 7 dias após colheita e quatro estádios de maturação (verde-oliva, verde-limão, alaranjado-fechado e alaranjado-aberto. A polpa dos frutos foi retirada e as sementes extraídas mediante fricção em peneira sob água corrente. As sementes foram colocadas para germinar a 30 ºC com 8 h de luz, sendo as contagens realizadas semanalmente até os 42 dias do início do teste. Os resultados dos testes da primeira contagem de germinação, IVG e condutividade elétrica mostraram que o vigor das sementes foi superior em frutos colhidos nos estádios finais de maturação e que, de modo geral, o armazenamento dos frutos prejudicou a qualidade das sementes.Peschiera fuchsiaefolia is a pasture weed in southern Brazil whose dispersion occurs by seeds. The objective of this research was to evaluate the physiological quality of P. fuchsiaefolia at fruit maturation stages and storage periods. This experiment was carried using fruit seeds harvested in 5 different regions: lot 1-Vitoriana/SP, lot 2-Botucatu/SP, lot 3Bauru/SP, lot 4-São Manuel/SP and lot 5-São Pedro/SP. The experimental design was completely randomized with the treatments arranged in a factorial design 2 x 4, being two storage periods (0 and 7 days after harvest and four fruit

  18. Redução da severidade da podridão-amarga de maçã em pós-colheita pela imersão de frutos em quitosana Reduction of the severity of apple bitter rot by fruit immersion in chitosan

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Barbosa Felipini

    2009-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de quitosana no controle da podridão-amarga da maçã em pós-colheita e seus efeitos sobre Colletotrichum acutatum e a atividade da peroxidase nos frutos. Frutos previamente infectados com o patógeno foram imersos em suspensões de quitosana com diferentes concentrações e pHs. Para estudar possíveis mecanismos de ação envolvidos no controle da doença, foram realizados testes in vitro, para avaliar o efeito da quitosana sobre a germinação de conídios de C. acutatum e sobre o crescimento micelial. Foi avaliada a capacidade da quitosana de induzir a síntese de enzimas relacionadas à defesa da planta (peroxidases, por meio de ensaio espectrofotométrico. Houve efeito de doses e de pH da quitosana sobre a redução da severidade da podridão-amarga em maçã. A suspensão de quitosana a 10 g L-1 e pH 4 foi a mais apropriada tecnicamente para o controle da doença, pois reduziu a severidade em 26%. O polissacarídeo não elevou a atividade de peroxidases nos frutos, mas reduziu a germinação de conídios e o crescimento micelial do patógeno. A quitosana aplicada em pós-colheita é uma medida alternativa aos fungicidas para o manejo da podridão-amarga.The objective of this work was to evaluate the aplication of chitosan on the control of apple bitter rot in postharvest conditions and its effects on Colletotrichum acutatum and fruit peroxidase activity. Apple fruit previously infected with the pathogen were immersed in chitosan suspensions with different concentrations and pHs. To study some possible action mechanisms, in vitro tests were carried out to evaluate the effect of chitosan on spore germination and mycelial growth of C. acutatum. The capacity of chitosan to induce the synthesis of defense enzymes (peroxidases was evaluated in fruits by spectrofotometric assay. Different doses and pH of chitosan were found to be effective in the reduction of the disease severity. Chitosan at

  19. Primeira ocorrência de fitofagia de frutos e sementes de Orchidaceae por Hyphilaria thasus Stoll. (Lepidoptera: Riodinidae) no Brasil

    OpenAIRE

    ANDRÉ RODRIGO RECH; YARA BRITO CHAIM JARDIM ROSA; EDGARD JARDIM ROSA JUNIOR

    2008-01-01

    Em um levantamento para identificação de espécies nativas da mata ciliar do Rio Dourados, Dourados (MS), observou-se a fitofagia em frutos de Brassavola cebolleta e Oncidium jonesianum por larvas de Hyphilaria thasus (Stoll, 1780) (Lepidoptera). Este é o primeiro relato da fitofagia de frutos e sementes nessas duas espécies de Orchidaceae no Brasil.

  20. Primeira ocorrência de fitofagia de frutos e sementes de Orchidaceae por Hyphilaria thasus Stoll. (Lepidoptera: Riodinidae no Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANDRÉ RODRIGO RECH

    2008-07-01

    Full Text Available Em um levantamento para identificação de espécies nativas da mata ciliar do Rio Dourados, Dourados (MS, observou-se a fitofagia em frutos de Brassavola cebolleta e Oncidium jonesianum por larvas de Hyphilaria thasus (Stoll, 1780 (Lepidoptera. Este é o primeiro relato da fitofagia de frutos e sementes nessas duas espécies de Orchidaceae no Brasil.

  1. Flowers, fruits, and the abundance of the yellow-chevroned parakeet (Brotogeris chiriri at a gallery forest in the South Pantanal (Brazil Flores, frutos e abundância do periquito-de-asa-amarela (Brotogeris chiriri em uma mata ciliar do Pantanal Sul (Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    J. Ragusa-Netto

    2004-11-01

    Full Text Available Parakeets usually forage for massive and ephemeral plant resources at forest canopies. Fruit pulp is widely cited as a major food resource for these birds, which often eat seeds and nectar. In this study, I assessed flower and fruit production at a gallery forest in the Pantanal flood plain (Brazil in order to evaluate the relationship between food resource production and abundance of a common parakeet, Brotogeris chiriri. Also, I evaluated the relationship between food resource production and foraging activity. Parakeet abundance varied markedly along the year, coinciding with massive episodes of flower and fleshy fruit availability. Inga vera nectar, intensely used during the latter part of dry season, was by far the most exploited food item by parakeets when they were very abundant. The nectar comprised 34% of the parakeets' diet (N = 131 feeding records at the gallery forest, while fleshy fruits made up the rest. Parakeets principally exploited fruits of Cecropia pachystachya and Ficus luschnathiana, besides palm fruits and Inga vera arils. The consistent relationship between foraging activity and parakeet abundance, as well as the coincidence between fluctuations of these parameters and availability of major food resources, suggests that food availability mostly influenced B. chiriri occurrence in the gallery forest. Furthermore, I found no evidence for gallery forest use for roosting and/or breeding, in spite of the fact that such factors usually influence local parakeet abundance.Periquitos normalmente exploram recursos massivos e efêmeros no dossel das florestas tropicais. Dentre os itens alimentares mais utilizados está a polpa de frutos, embora sementes e néctar também sejam consumidos. Neste estudo, foi avaliada a produção de flores e frutos em uma mata ciliar do Pantanal (Brasil e sua relação com a abundância do periquito Brotogeris chiriri. Além disso, avaliaram-se as relações entre a produção de flores e frutos e o

  2. Uniformidade de distribuição em sistemas de irrigação por gotejamento utilizando água residuária da despolpa dos frutos do cafeeiro = Distribution uniformity of coffee wastewater application using drip systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernando França da Cunha

    2006-01-01

    Full Text Available Objetivou se avaliar a uniformidade de distribuição em sistemas de aplicação, por gotejamento do tipo fita, de água residuária bruta e tratada da despolpa dos frutos do cafeeiro (ARC. A água residuária tratada foi obtida com a passagem por filtros orgânicos constituídospor pergaminho de grãos de café. A plataforma de testes constou de três unidades de aplicação da ARC, cada uma com quatro linhas laterais. As avaliações da uniformidade de aplicação da ARC foram realizadas a cada 36 horas de funcionamento. A ARC bruta proporcionou mais rápido entupimento dos emissores, porém a filtrada também apresentou elevado potencial de entupimento. O entupimento dos gotejadores afetou drasticamente a uniformidade de aplicação da ARC. No caso da ARC bruta, valores de CUC e CUD foram reduzidos a zeroapós 36 horas de operação do sistema. No caso da ARC filtrada, foram obtidas reduções de 76% e 100%, após 144 horas de funcionamento.This article aims to evaluate the uniformity of distribution in systems of application by drip tape of crude and treated wastewater from coffee fruit pulping. A platform of tests was set up, consisting of three units of drip wastewater application, each one with four lateral lines. The evaluations for uniformity of water application were done every 36h of operation. Crude wastewater caused faster emitter clogging but treated wastewater also presented high potential of dripper clogging. Dripper clogging affected the uniformity of wastewater application drastically. In the case of crude wastewater, the values for CUC and CUD were reduced to zero after 36 hours of system operation and, in the case of filtered wastewater, reductions of 76 and 100% were obtained after 144 hours of system operation.

  3. Processamento mínimo, atmosfera modificada, produtos químicos e resfriamento no controle da podridão basal pós-colheita em frutos do coqueiro anão verde Minimal processing, modified atmosphere, chemical products and cooling to control post-harvest basal rot of fresh green coconut fruits (Cocos nucifera

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco Marto Pinto Viana

    2008-12-01

    Full Text Available O trabalho teve o objetivo de investigar, isolada e integradamente, o efeito do corte polar do coco verde, a atmosfera modificada, e a associação de produtos químicos, sob condições de câmara frigorífica no controle da podridão basal pós-colheita causada por Lasiodiplodia theobromae. Frutos provenientes de áreas infestadas foram cortados transversalmente, removendo-se as brácteas e, em seguida, foram submetidos aos tratamentos com ceras e fungicidas. Após o tratamento, esses frutos foram embalados em caixas de papelão e transferidos para a câmara frigorífica à ±12º C por 30 ou 35 dias, de acordo com o ensaio. As avaliações foram realizadas a cada dois dias. A exclusão do fungo por meio do corte do mesocarpo na região das brácteas do coco verde foi eficiente no controle da doença, e a proteção com a cera EF-1 foi excelente protetor contra o dano pelo frio e fungos deteriorantes nos frutos cortados. Também, verificou-se que a associação corte basal do fruto + emulsão de cera + fungicida foi uma excelente alternativa de conservação e controle da doença em estudo.Fruits of coconut (Cocos nucifera cultivated in Brazil for coconut milk consumption are highly susceptible to attack by the fungus Lasiodiplodia theobromae. Infection occurs still in the field as the pathogen remains quiescent in the plant. This study was undertaken to test several processing methods in order to avoid fruit deterioration. Fruits collected from a plantation with a record of severe disease outbreaks were cut at the basal region and treated with emulsions prepared from palm wax, alone and with fungicides. Fruits were cut 1.5 cm deep from the insertion point by using a cut machine developed for this task. fruits were placed in a paper box, and kept in a cool chamber at +12ºC for 30 to 35 days, depending upon the treatment. Evaluations were carried out every 2 days. The cutting process successfully eliminated the fungus from the fruit tissues

  4. Visitantes florais e produção de frutos em cultura de laranja (Citrus sinensis L. Osbeck - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i4.612 Floral visitors and fruit production on sweet orange crop (Citrus sinensis L. Osbeck - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i4.612

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Darclet Terezinha Malerbo Souza

    2006-02-01

    Full Text Available O presente experimento foi realizado em florada de laranja (Citrus sinensis L. Osbeck, variedade Pera-Rio, com os objetivos de estudar os insetos visitantes nas flores d e laranjeira, o seu comportamento nas flores, o tipo de coleta efetuada e o efeito dessas visitas na produção de frutos, em quantidade e qualidade. Os dados de freqüência foram obtidos por contagem nos primeiros 10 minutos de cada horário, das 8h às 18h, em três dias distintos, percorrendo-se as linhas da cultura. O comportamento forrageiro de cada espécie de inseto foi avaliado através de observações visuais, no decorrer do dia, no período experimental. Os insetos observados foram abelhas africanizadas Apis mellifera, Trigona spinipes e Tetragonisca angustula. As abelhas A. mellifera foram os visitantes florais mais freqüentes e preferiram coletar néctar comparado ao pólen. Os botões florais descobertos produziram mais frutos que os botões florais cobertos. Os frutos decorrentes do tratamento coberto foram menores, mais ácidos e com menor quantidade de vitamina C que os frutos do tratamento descoberto.The present experiment was carried out in flowerage of sweet orange (Citrus sinensis L. Osbeck, Pera-rio variety, to study the insects involv ed in pollination, their behaviour in the flower (nectar or pollen collection and the effect of the pollination on fruit production (quantity and quality. More frequent insects were recorded daily (counted during ten minutes, every hour from 8:00 a.m. to 6:00 p.m., with three replications. The forage behaviour and nectar and/or pollen collect was also observed. The insect visitors on flowers were Africanized honey bee Apis mellifera, followed by stingless bees Trigona spinipes and Tetragonisca angustula. A. mellifera were the most frequent visitors and preferred to collect nectar than pollen. The uncovered flowers -buds produced more fruits than the covered ones. Another observation was that fruits derived from covered

  5. Indução da expressão precoce de sintomas de Guignardia citricarpa em frutos de laranjeira 'pêra-rio' Induction of the precoce expression of Guignardia citricarpa symptoms in fruits of pera-rio sweet orange

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Braga Baldassari

    2007-08-01

    Full Text Available O presente trabalho teve por objetivo avaliar a influência de diferentes concentrações de ethephon na expressão precoce de sintomas de Guignardia citricarpa em frutos de laranjeira 'Pêra-Rio'. Para tal, frutos assintomáticos e isentos de aplicações com fungicidas, com 20 e 28 semanas após a queda de pétalas, foram coletados em área de comprovada existência da doença, no município de Conchal-SP e levados ao Laboratório de Fitopatologia da FCAV/UNESP, em Jaboticabal-SP, onde foram tratados com soluções nas seguintes doses de ethephon: i 1,57 g L-1; ii 2,10 g L-1; iii 2,42 g L-1; iv Testemunha (água. Todas acrescidas de imazalil a 0,25 g L-1, para prevenir podridões de pós-colheita. Após os tratamentos, os frutos foram mantidos em câmara incubadora para B.O.D., calibrada à temperatura de 25ºC ±1ºC, por 15 dias. Posteriormente, os frutos foram submetidos a quatro avaliações, em intervalos semanais, sendo atribuídas notas que variaram de zero (ausência de sintomas a 6 (sintomas severos. Os dados da severidade da doença observados nos frutos colhidos prematuramente e submetidos aos diferentes tratamentos com ethephon foram comparados aos observados em frutos ensacados e não ensacados, mantidos no campo até a maturação natural. Constatou-se maior equivalência de sintomas nos frutos com idade entre 20 e 28 semanas, quando estes foram tratados com 2,10 g L-1 de ethephon e avaliados entre 28 e 35 dias. Concluiu-se que o emprego de ethephon, nestas condições, viabilizou a expressão precoce dos sintomas da mancha preta em frutos contendo infecções quiescentes de G. citricarpa, com antecedência de, pelo menos, 105 dias antes da colheita. Tal resultado constitui-se, portanto, em alternativa de grande aplicabilidade na detecção precoce de sintomas de mancha preta.The aim of this study was to evaluate the influence of different ethephon rates in the precocity expression of symptoms of black spot caused by Guignardia

  6. Seleção de famílias de feijoeiro resistente à antracnose e à mancha-angular Selection of common bean families resistant to anthracnose and angular leaf spot

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo Geraldo de Morais Silva

    2006-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi identificar famílias de feijoeiro com resistência a Colletotrichum lindemuthianum e Phaeoisariopsis griseola e com outros fenótipos agronômicos desejáveis. As famílias utilizadas foram obtidas do cruzamento entre a linhagem H91, portadora de três alelos de resistência à antracnose, com três famílias F2:5 resistentes à mancha-angular, derivadas da cultivar Jalo EEP 558. Foi utilizado o delineamento látice quadrado em todos os experimentos. Inicialmente, foram avaliadas 144 famílias F2:3, no inverno de 2004, em Lavras, MG, com base no tipo de grão. Foram selecionadas 80 famílias F2:4 e avaliadas com a testemunha BRSMG Talismã, no período das águas de 2004/2005, no mesmo local. Considerando-se o tipo de grão e a resistência à mancha-angular e antracnose, foram mantidas 48 famílias F2:5, que foram avaliadas na seca de 2005, em Lavras e Lambari, MG. Essas 48 famílias passaram por inoculação das raças 2047, 73 e 1545 de C. lindemuthianum, para verificação da presença dos alelos de resistência Co-4², Co-5 e Co-7, respectivamente. Foram identificados genótipos da maioria das 48 famílias, quanto à reação à antracnose, das quais se destacaram quatro, em relação ao tipo de grão semelhante ao 'Carioca', de porte ereto, produtividade elevada e resistência à mancha-angular.The objective of this work was to select common bean families resistant to Colletotrichum lindemuthianum and Phaeoisariopsis griseola and, also, with superior agronomical traits. Families used were obtained from crosses of H91 lineage, bearer of three alleles resistant to anthracnose, and F2;5 families derived from the cultivar Jalo EEP 558, which is resistant to angular leaf spot. Square lattice design was used in all experiments. Initially the F2:3 families (144 were evaluated in the winter of 2004, in Lavras county, MG, Brazil, based on grain type. Eighty families (F2:4 were selected and evaluated with the check

  7. Manejo cultural do maracujazeiro-amarelo em ciclo anual visando à convivência com o vírus do endurecimento dos frutos: um estudo de caso Handling of the of yellow passion fruit plant in annual cycle aiming the coexistence with the pwv (passion fruit woodiness virus: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aloísio Costa Sampaio

    2008-06-01

    Full Text Available Este estudo de caso teve por objetivo analisar a qualidade dos frutos e a produtividade em t/ha de maracujá-amarelo, em dois ciclos anuais, plantados, respectivamente, nos dias 04-10-04 (1º plantio e 20-08-05 (2º plantio. As mudas da seleção Afruvec foram formadas em tubetes no interior de estufa com tela antiafídeo. O pomar, nos dois ciclos produtivos, foi irrigado por gotejamento, adotando-se uma densidade de 1.600 plantas/ha. O 1º plantio foi erradicado no dia 13-07-05, em função de o pomar apresentar a totalidade das plantas com sintomas típicos do vírus do endurecimento dos frutos (PWV nas folhas e frutos. No 1º e no 2º plantios, os sintomas tiveram início no dia 26-01-05 e no dia 04-01-06, respectivamente. Não houve necessidade de eliminação de plantas em ambos os plantios, já que o início dos sintomas de PWV ocorreu quando as plantas se encontravam em pleno florescimento. Pelos resultados, pode-se concluir que o manejo adotado regionalmente, com plantio em ciclo anual, permitiu uma ampliação do período de colheita, decorrente da antecipação de plantio no 2º ano; uma produtividade de 16,94 kg/planta e 18,39 kg/planta, no 1º e 2º anos, respectivamente; um aumento da rentabilidade na safra de 2006 em função: da maior produção, melhor cotação dos frutos para mesa e indústria, e aproveitamento dos investimentos realizados no 1º ano. As técnicas empregadas promoveram uma eficiente redução do potencial de inóculo regional, favorecendo uma sustentabilidade na produção.This case study aimed to analyze the quality of fruits and productivity in t/ha of the yellow passion fruit in two annual cycles, respectively on October 4th, 2004 (1st planting and August 20th, 2005 (2nd planting. In the 1st planting it was eradicated on the July 13th, 2005, in function of the orchard presenting the totality of the plants with typical symptoms of PWV in fruits and leaves. The seedlings of the selection Afruvec were formed in

  8. Yield and fruit of papaya ‘sunrise solo’ as function of doses of nitrogen and boron/ Produtividade e qualidade de frutos de mamoeiro ‘sunrise solo’ em função de doses de nitrogênio e boro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raunira da Costa Araújo

    Full Text Available The study aimed to evaluate the yield and fruit quality of papaya ‘Sunrise Solo’ as function of nitrogen and boron fertilization. The experiment had a randomized block design with four replications, two plants per plot with a single border. To make up the treatments, we used the experimental array Plan Puebla III, which set the rates for nitrogen (0.0 to 111.2 - 200 – 288.9 - 400 g plant-1, and B (0.0 – 0.83 - 1.5 – 2.16 - 3.0 g plant-1, in a total of ten treatments. The addition of nitrogen increased the yield, average fruit weight and number of fruits per plant. The nitrogen and boron increased the diameter and length of the fruit, amount of seeds and content of soluble solids. The pH of the pulp decreased linearly with increasing doses of nitrogen and boron. It was observed a significant effect of N rates on the level of vitamin C.O trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e a qualidade de frutos de mamoeiro ‘Sunrise Solo’ em função de doses de nitrogênio e boro. O trabalho foi desenvolvido na fazenda Chan de Jardim no Centro de Ciências Agrárias–UFPB no Município de Areia, em um solo de textura areno-argilosa classificado como Neossolo Regolítico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições e duas plantas úteis por parcela com bordadura simples. Para a composição dos tratamentos, utilizou-se a matriz experimental Plan Puebla III, onde se definiram as doses para nitrogênio (0,0 - 111,2 – 200 – 288,9 – 400 g planta-1, e para boro (0,0 - 0,83 - 1,5 - 2,16 - 3,0 g planta-1, totalizando dez tratamentos. A adição de nitrogênio aumentou a produtividade, o peso médio dos frutos e o número de frutos por planta. As doses de nitrogênio e boro aumentaram o diâmetro e comprimento do fruto, rendimento de semente e teor de sólidos solúveis totais. O pH da polpa decresceu linearmente com o aumento das doses de N e de boro. Houve efeito significativo das

  9. Efeito da aplicação de etileno no pH, acidez, índice refratométrico e açúcares totais de frutos de manga, colhidos em estágio pré-climatérico Effect of ethylene application on pH, acidity, refratometric index and total sugar of mango fruits, harvested in the pre-climateric stage

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.C.C. Coneglian

    1993-09-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo o estudo da ação do etileno no amadurecimento de frutos de manga, tentando contribuir para o conhecimento da fisiologia do amadurecimento destes frutos. Foram utilizadas mangas (Mangifera indica L., variedade Keitt, colhidas em estágio pré-climatérico. Estes frutos receberam tratamento com ethrel (500 e 1.000 ppm, com exceção da testemunha e foram submetidos às seguintes determinações: pH, acidez, índice refratométrico e açúcares totais. A análise e interpretação dos resultados mostrou a inexistência de diferença estatística entre esses 3 tratamentos, indicando que a aplicação de ethrel não trouxe nenhuma vantagem na melhoria de qualidade dos frutos.Ethylene action on mango fruits was studied in relation to the ripening physiology of these fruits. Mango (Mangifera indica L., Keitt variety, were harvested in the pre-climateric stage. These fruits, after receiving Ethrel treatment (500 e 1,000 ppni, except for control, were analized for pH, acidity, refratometric index and total sugars. The analysis and interpretation of the results showed no statistical differences among treatments, showing that ethrel didn't improve the fruits quality.

  10. Variação de matéria seca e de nutrientes nas folhas e nos frutos, produção de ácido ascórbico e suco, em seis cultivares de citros, durante um ciclo Six citrus cultivars comparatively evaluated as to their fruit and leaf dry weights and nutrient concentrations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    H.P. Haag

    1993-09-01

    Full Text Available De uma plantação de citros, com os cultivares T. Cravo (Citrus reticulata Blanco, L.Hamlin (Citrus sinensis (L. Osbeck, T. Murcott (Citrus reticulata Blanco x Citrus sinensis (L. Osbeck, L. Natal (Citrus sinensis (L. Osbeck, L. Valencia (Citrus sinensis (L. Osbeck e L. Pera (Citrus sinensis (L. Osbeck, situada na "Fazenda Sete Lagoas", no município de Mogi-Guaçu (22° 22% 46° 56'W.Gr., em Latossolo Vermelho amarelo, fase arenosa, foram coletados frutos 30 dias após florescimento, até a idade da coleta comercial. No material coletado, foram determinadas a variação da matéria seca, a concentração dos macro e micronutrientes nas folhas adjacentes ao fruto, a extração de macro e micronutríentes pelos frutos, a produção de suco (ml por fruto e a concentração de ácido ascórbico (mg/100 ml de suco. Concluiu-se que: 1. O aumento da matéria seca, intensifica-se a partir do segundo mês apos o florescimento; 2. Com exceção da T. Cravo, ocorre uma diminuição na produção de matéria seca no final do ciclo; 3. A concentração dos macro e micronutrientes nas folhas apresenta oscilações durante o desenvolvimento do fruto; 4. A ordem decrescente de extração de nutrientes é: K, N, Ca, Mg, P = S, Fe, B, Zn, Mn, Cu; 5. A capacidade de exportação de nutrientes pelos cultivares é, em ordem decrescente: L. Pera, L. Hamlin = T. Cravo, T. Murcott, L. Valencia, L. Natal; 6. A quantidade de suco produzido por fruto, oscila entre 43 a 95 ml; 7. A concentração de ácido ascórbico (mg/100 ml de suco, varia entre 30 a 95.The experiment was carried out in a commercial citrus orchard located in Mogi-Guaçu (22° 22'S., 46° 56'WGr., State of São Paulo, Brazil. Five orange types were studied: Cravo (Citrus reticulata Blanco; Hamlin (Citrus sinensis (L. Osbeck; Natal (Citrus sinensis (L. Osbeck; Valencia (Citrus sinensis (L. Osbeck and Pera (Citrus sinensis (L. Osbeck and a tangerine Murcott (Citrus reticulata Blanco x Citrus sinensis (L

  11. Frutificação e crescimento de frutos em abóbora híbrida 'Tetsukabuto' tratada com alfa-naftalenoacetato de sódio Fruit set and fruit growth of 'Tetsukabuto' squash treated with the sodium salt of alfa-naphthaleneacetic acid

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro V.T. do Amarante

    2000-11-01

    Full Text Available A abertura de flores femininas na abóbora híbrida 'Tetsukabuto' concentra-se num período de três a quatro semanas. Este curto período de florescimento indica que uma polinização deficiente pode ocasionar grande comprometimento da produção de frutos. Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito de concentrações do fitorregulador alfa-naftalenoacetato de sódio (ANA-Na, pulverizado em flores abertas femininas, na frutificação e crescimento de frutos da abóbora 'Tetsukabuto'. O experimento foi conduzido em Lages, SC, na safra 1992/1993, seguindo o delineamento em blocos casualizados, com três repetições. A parcela foi constituída de cinco covas de 'Tetsukabuto' e uma da polinizadora Cucurbita maxima, em espaçamento de 3 x 1 m, com duas plantas/cova. Os tratamentos utilizados foram testemunha (polinização natural e 150, 300, 450, 600 e 750 mg·L-1 de ANA-Na. Nos tratamentos com ANA-Na, evitou-se a polinização natural isolando-se as flores com sacos de papel. Avaliou-se percentagem de frutificação, peso, comprimento e diâmetro dos frutos e peso, espessura, rendimento e sólidos totais da polpa. Apenas a dose de 750 mg·L-1 do hormônio reduziu a percentagem de frutificação. Os frutos obtidos por tratamento com ANA-Na apresentaram crescimento similar ao dos frutos obtidos por polinização.Anthesis of female flowers of 'Tetsukabuto' squash occurs within three to four weeks. A deficient pollination during this short flowering period may reduce the yield. The sodium salt of alfa-naphthaleneacetic acid (Na-NAA can be used to improve fruit set when pollination is deficient. This work was conducted to investigate the effects of different concentrations of Na-NAA, sprayed in open female flowers on fruit set and fruit growth of 'Tetsukabuto' squash. The experiment was carried out in 1992-93, in South Brazil, in a randomized block design with three replicates. The plots had a proportion of five plants of

  12. Caracterização biométrica de frutos de coqueiro, Vocos nucifera L. variedade anã-verde, em diferentes estádios de desenvolvimento Biometric characterization in fruitages of green dwarf coconut palm (Cocos nucifera L. in different stages of development

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Benassi

    2007-08-01

    Full Text Available Objetivou-se determinar a curva de crescimento da massa do fruto e diâmetros externos longitudinal e transversal, bem como os acúmulos do albúmen sólido (polpa e albúmen líquido (água-de-coco e sua caracterização sensorial em diferentes estádios. Frutos de coqueiro-anão-verde (Cocos nucifera L. foram avaliados em 26 épocas, durante o período de sua formação, em intervalos quinzenais, de abril de 2004 a maio de 2005, no município de Bebedouro - SP. Foram aplicados aos dados modelos de regressão logística e logística combinada com exponencial quadrática, obtendo-se elevados graus de ajustes. O diâmetro externo longitudinal alcançou a média máxima de 20,12 cm aos 375 dias após a abertura da inflorescência (d.a.a.i., enquanto o diâmetro externo transversal alcançou 14,57 cm, aos 345 (d.a.a.i.. Os frutos apresentaram maior massa no período entre 255 e 315 (d.a.a.i., não havendo diferença estatística significativa neste período. O albúmen sólido teve início de formação aos 225 (d.a.a.i., chegando aos 375 dias com a massa média de 214,78 gramas. O maior volume médio de albúmen líquido foi verificado em frutos com 8,5 meses de idade com adequado sabor. Esses dados são importantes indicativos do ponto ideal de colheita dos frutos de coqueiro-anão-verde, na região de Bebedouro - SP, para o consumo in natura da água-de-coco.The aim of this work was to determine the growth curve of the fruit mass and the longitudinal and transversal diameter, as well as the accumulation of solid and liquid albumens (coconut water and its sensorial characterization in different stages. Fruitages of green dwarf coconut palm (Cocos nucifera L. were evaluated fortnightly in 26 times during the period of their formation, from April 2004 to May 2005, in the city of Bebedouro, São Paulo state. Models of logistics regression and logistics with quadratic exponential were applied to the data with the graphic collaboration of the growth

  13. Produção de frutos e incidência de cancro cítrico em laranjeiras "Monte Parnaso" enxertadas sobre sete porta-enxertos Fruit production and incidence of citrus canker lesions on "Monte Parnaso" navel orange budded on seven rootstocks

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernadete Reis

    2008-06-01

    Full Text Available Porta-enxertos de citros podem exercer influência sobre a produção de frutos e suscetibilidade das plantas ao cancro cítrico. Este trabalho objetivou selecionar porta-enxertos que induzam elevado índice de produtividade e menor suscetibilidade das copas de laranjeiras-de-umbigo "Monte Parnaso"(Citrus sinensis à bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri, causadora do cancro cítrico (CC. O experimento foi desenvolvido em um pomar experimental com 10 anos de idade, plantado em espaçamento de 2,5 x 6,0m, no município de Butiá, no Estado do Rio Grande do Sul. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com sete tratamentos e quatro repetições, usando duas plantas por parcela. Os tratamentos constaram dos seguintes porta-enxertos: limoeiros "Cravo" (C. limonia e "Volkameriano" (C. volkameriana., trifoliata "Flying Dragon" (Poncirus trifoliata., laranjeira "Caipira" (C. sinensis, citrangeiro "Troyer" (C. sinensis x P. trifoliata, tangerineira "Sunki" (C. sunki. e citrumeleiro "Swingle" (C. paradisi x P. trifoliata. Os parâmetros avaliados foram: incidência de CC em folhas e frutos em toda a planta e em ramos previamente selecionados, em diversas épocas. Verificou-se que as plantas enxertadas sobre citrumeleiro "Swingle" apresentaram o maior índice de produtividade e, à semelhança do "Flying Dragon", a menor incidência de CC, tanto nas folhas como nos frutos. Além disso, verificou-se também que as plantas enxertadas sobre os limoeiros "Cravo" e "Volkameriana", apesar de produzirem as mais elevadas cargas de frutos, foram as mais suscetíveis ao CC.Citrus rootstocks can exert some influences on fruit production and susceptibility of the plants to citrus canker (CC. This research was performed aiming to select rootstocks which induce higher productivity index and lower susceptibility of 'Monte Parnaso' navel orange (Citrus sinensis trees to the bacteria Xanthomonas axonopodis pv. citri. The research was carried out in an

  14. Identificação pré-colheita do risco de ocorrência de "bitter pit" em maçãs 'gala' por meio de infiltração com magnésio e análise dos teores de cálcio e nitrogênio nos frutos Preharvest identification of bitter pit risk in 'gala' apples by fruit infiltration with magnesium and analysis of fruit contents of calcium and nitrogen

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2010-03-01

    Full Text Available O "bitter pit" é um distúrbio fisiológico pós-colheita em maçãs, ocasionado pela deficiência de Ca e agravado pela presença de elevados níveis de Mg, N e K nos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade prática da infiltração de maçãs 'Gala' com Mg, visando a avaliar, em pré-colheita, o risco de ocorrência de "bitter pit" durante o armazenamento refrigerado, bem como a identificar os atributos minerais do fruto associados à ocorrência do distúrbio. Em 50 talhões de pomares localizados no município de Fraiburgo-SC, foram coletadas amostras de 25 frutos / talhão, cerca de 20 dias antes do início da colheita comercial, sendo os mesmos infiltrados a vácuo com Mg e avaliados quanto à incidência (% e severidade (manchas / fruto de "bitter pit". Nos mesmos talhões, na maturação comercial, foram coletadas amostras de 120 frutos / talhão, sendo que 100 frutos foram armazenados em câmara fria convencional durante quatro meses (0 ± 0,5ºC e 90-95% UR, e 20 frutos foram utilizados para a análise mineral (teores de Ca, Mg, K e N. Cinco dias após a remoção da câmara fria, os frutos foram avaliados quanto à incidência (% e severidade (manchas / fruto de "bitter pit". Houve correlação linear altamente significativa (r² = 0,69; pBitter pit is a postharvest physiological disorder in apples, related to Ca deficiency, and aggravated by high levels of Mg, N, and K in the fruits. This work was carried out to assess the practical viability of 'Gala' apples infiltration with Mg, for preharvest identification of bitter pit risk during cold storage, as well as, to identify the mineral attributes associated with the occurrence of the disorder. Fruits were sampled in 50 plots of apple orchards located in Fraiburgo, SC (Southern Brazil. Samples of 25 fruits / plot were harvested about 20 days before commercial harvesting, and then vacuum infiltrated with Mg and assessed for incidence (% and severity (pits / fruit of

  15. Exportação de nutrientes pelos frutos de melancia em função de épocas de cultivo, fontes e doses de potássio Nutrients recruitment of watermelon fruits in relation to seasons, potassium sources and doses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leilson C. Grangeiro

    2004-12-01

    Full Text Available Foram conduzidos dois experimentos em propriedades rurais, localizadas próxima a cidade de Borborema (SP, de outubro a dezembro/2001 e de fevereiro a abril/2002, com o objetivo de determinar as quantidades exportadas de nutrientes pelos frutos de melancia, em função de fontes e doses de potássio, em duas épocas de cultivo. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados completos, em esquema fatorial 3x4, com três repetições, sendo avaliados as fontes: cloreto, nitrato e sulfato de potássio e as doses: 50; 100; 200 e 300 kg ha-1 de K2O. Com exceção do Mg, as maiores exportações de nutrientes pelos frutos foram obtidas no cultivo de outubro a dezembro. A massa seca e as exportações de N, P, K, e Ca aumentaram de forma quadrática com as doses de potássio. A aplicação KCl aumentou respectivamente, de forma quadrática e linear, as exportações de S e Cl pelos frutos de melancia.Two field experiments were conducted in Borborema, São Paulo State, Brazil, from October to December 2001 and February to April 2002, to evaluate the nutrients recruitment of watermelon fruits, Tide hybrid, as a result of potassium sources and doses. The experimental design was a randomized complete block, with three replications, in 3x4 factorial scheme, the sources being evaluated: potassium chloride, nitrate and sulphate and doses of 50; 100; 200 and 300 kg ha-1 K2O. Greater recruitment of N, P, K, Ca, S and Cl by watermelon fruits was obtained in the first trial, while the recruitment of Mg was observed in the second trial. The dry mass and recruitment of N, P, K, and Ca increased with potassium doses. S and Cl of the watermelon fruits increased with the increase of KCl doses in a quadratic and linear form, respectively.

  16. Cobertura da pulverização e maturação de frutos do cafeeiro com ethephon em diferentes condições operacionais Spraying coverage and maturation uniformity with ethephon in coffee tree fruit under different operational conditions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Scudeler

    2004-01-01

    Full Text Available A arquitetura trapezoidal do cafeeiro, dependendo da variedade, constitui sério entrave à aplicação de agroquímicos que precisam atingir diretamente o alvo, nesse caso, os frutos. Com o propósito de avaliar e comparar a distribuição e o depósito de uma solução traçadora, bem como a eficiência do regulador de crescimento ethephon na maturação dos frutos do cafeeiro, quando aplicados com diferentes pulverizadores e condições operacionais, foram desenvolvidos dois experimentos em plantio comercial dessa cultura. O uso de papel hidrossensível e de uma escala visual de notas para diferentes níveis de fluorescência emitida pela solução traçadora possibilitaram a avaliação da distribuição da pulverização. A avaliação quantitativa dos depósitos do traçador foi feita através de espectrofotometria e a eficiência do ethephon, pela porcentagem relativa de frutos verdes e cereja nos diferentes tratamentos. Maiores depósitos na parte inferior das plantas foram obtidos com o turboatomizador Arbus 400, equipado com as pontas HC-02 e JA-2. Melhor distribuição da pulverização foi obtida em frutos localizados na parte inferior e frontalmente ao direcionamento da pulverização. Com o equipamento Arbus 400, equipado com pontas HC-02, em menores pressões de trabalho, pode-se constatar maiores porcentagens de frutos maduros, porém não foi suficiente para reduzir o percentual de furtos verdes além dos 20%, aos 59 dias após a aplicação do ethephon.The coffee tree trapezoidal design has been a serious obstacle to agrochemical use which is supposed to reach the fruits directly. Depending on the coffee variety this problem can become even greater. This experiment aimed to evaluate and compare a tracer solution distribution and deposition as well as to verify the efficacy of the ethephon growth regulator on coffee fruit ripening. Different operational conditions and sprayers were used. Water-sensitive paper and a visual grade

  17. Influência do ácido giberélico no desenvolvimento, produção e qualidade do fruto em cultura de pimentão (Capsicum annuum L. Influence of GA3 on the development, yield and fruit quality of pepper (Capsicum annum L. crop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A.A. Lucchesi

    1982-06-01

    Full Text Available Foi aplciado, na cultura de pimentão variedade híbrida Cascadura x Agronômico 10 G, ácido giberélico (GA3, 10, 20 e 40 ppm, pulverizado, uma, três e seis vezes, com intervalos de uma semana, iniciando-se a primeira aplicação sete dias após o transplante , com a finalidade de se estudar a influência desse fitorregulador no desenvolvimento, produção e qualidade do fruto, nessa cultura. Conclui-se que a aplicação de 10 ppm, uma semana após o transplante, resultou em maior produção; maior peso médio do fruto e relativa precocidade. A dose de 40 ppm em se is aplicações consecutivas, resultou em pequena produção, mais tardia, com as plantas mostrando maior desenvolvimento vegetativo, folhas maiores e de coloração verde amarelada.Gibberelic acid (GA3 was sprayed at concentrations of 10, 20, or 40 ppm, in one, three or six times, with one week intervals on pepper crop (C as cadura x Agronômico 10 G hyb rid , starting serven days afte r transp lanting in a field trial, to study its influence on development, yield an frut quality. The concentration of 10 ppm, applied seven days after transplanting, resulted in the highest yield , with highest mean fruit weig ht and precocity. The concentration of 40 ppm, with six applications resulted in a delayed lower yield with plants showing more ve getative growth, larger leaves and yellow green color.

  18. Qualidade pós-colheita de frutos de butiá em função do estádio de maturação na colheita e do manejo da temperatura Postharvest quality of jelly palm fruits as a result of maturity stage at harvest and temperature management

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2008-02-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do estádio de maturação na colheita, da temperatura de armazenamento e do tempo para o resfriamento na preservação da qualidade pós-colheita de frutos de butiá. Os frutos foram colhidos em três estádios de maturação (verde, verde-amarelo e amarelo e armazenados a 0±2°C e 20±2°C. Frutos armazenados a 0±2°C apresentaram melhor retenção de firmeza, de cor verde da epiderme, de acidez total titulável (ATT e de sólidos solúveis totais (SST, em relação àqueles armazenados a 20±2°C. Os benefícios da refrigeração na preservação pós-colheita foram maiores para frutos colhidos em estádio verde, apesar da sua qualidade inferior, caracterizada pelos altos valores de ATT e baixos valores de SST em relação aos colhidos nos estádios verde-amarelo e amarelo. Frutos armazenados a 0±2°C não apresentaram sintoma de injúria por frio. Durante todo o período de armazenamento, não foi possível observar a ocorrência de climatério respiratório. Não houve diferença significativa nas taxas respiratórias pós-colheita entre os estádios de maturação dos frutos na colheita. O incremento na temperatura de armazenamento de 0 a 30°C ocasionou um aumento significativo nas taxas respiratórias de 50,26 a 658,35 nmol CO2 kg-1 s-1, segundo um modelo sigmoidal, ou seja, um rápido incremento entre 0 a 10°C, seguido de um aumento gradual, tendendo a um equilíbrio na temperatura de 30°C. Houve efeito positivo da imediata refrigeração dos frutos após a colheita na preservação da firmeza, da cor verde da epiderme e da ATT, mas não dos teores de SST. A alta perecibilidade de butiá requer o imediato resfriamento a 0°C, de frutos colhidos no estádio de maturação verde-amarelo, visando a preservar a sua qualidade pós-colheita.This research was carried out to assess the effects of maturity stage at harvest, storage temperature, and cooling delay on postharvest quality preservation

  19. Morfo-anatomia do fruto (hipanto, pericarpo e semente em desenvolvimento de Pereskia aculeata Miller (Cactaceae - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v25i2.2046 Morphology and anatomy of the fruit (hypanthium, pericarp and seed development of Pereskia aculeate Miller (Cactaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sonia Maciel da Rosa

    2003-04-01

    Full Text Available O desenvolvimento do fruto (hipanto, pericarpo e semente de Pereskia aculeata Miller é analisado desde a flor em antese até a maturidade. A flor é perígina e apresenta no hipanto bractéolas verdes e acúleos. O fruto é pomáceo, tipo cactídio e caracteriza-se por apresentar hipanto carnoso, pericarpo e massa gelatinosa, formada pela destruição parcial do pericarpo e columela, onde estão imersas as sementes. A semente é exotestal e origina-se do óvulo anfítropo, bitegumentado e crassinucelado. A semente apresenta reserva perispérmica e resíduos de endosperma. O embrião é curvo e tem eixo hipocótilo-radicular longo, dois cotilédones com mesofilo homogêneo e plúmula indiferenciadaThe development of Pereskia aculeate Miller fruit (hypanthium, pericarp and seed was analyzed. The flower is perigynous and presents a hypanthium with bracteoles and aculeus. The fruit is pomaceous, type cactídio, with succulent hypanthium, pericarp, and seeds immersed in a gelatinous mass. This gelatinous mass originates from the pericarp and the columella. The seed is exotestal and develops from an amphitropous, bitegmic and crassinucelate ovule. It has perisperm and an endosperm residue. The embryo is curved and is composed of elongated hypocotyl-radicle axis, two cotyledons with uniform mesophyll, and undifferentiated plumule

  20. Modelagem de máquina pneumática recolhedora de frutos de café em terreiro usando análise por elementos finitos Modeling of pneumatic machine collector of coffee fruits on yard using finite elements analysis

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anderson C. Magalhães

    2006-08-01

    Full Text Available Teve-se o objetivo de desenvolver um modelo matemático por meio de análise de elementos finitos, utilizando o programa computacional ANSYS®, versão 5.7, para otimizar o projeto de máquina recolhedora de frutos de café no terreiro. A modelagem da máquina foi realizada com base no levantamento das características aerodinâmicas dos frutos de café e da vazão de ar necessária para o transporte pneumático dos frutos. Foram obtidas, experimentalmente, as pressões estáticas nos dutos da máquina, sendo esses valores comparados com os resultados determinados pelo programa ANSYS, no intuito de validar o modelo. Com base nos resultados numéricos obtidos, concluiu-se que a modelagem desenvolvida apresentou resultados próximos aos determinados experimentalmente, obtendo erro relativo médio nos valores simulados de pressão de 9,2%. Por meio da modelagem, identificaram-se faixas de pressão que dificultariam o transporte pneumático dos frutos de café em alguns pontos da máquina. Esses problemas foram corrigidos e, com isso, o fluxo de ar proporcionado pelo ventilador foi suficiente para succionar os frutos de café no terreiro e transportá-los para dentro do reservatório da máquina. A modelagem desenvolvida atendeu às necessidades propostas no trabalho para o recolhimento dos frutos de café utilizando transporte pneumático eficientemente.The objective of this work was the development of a mathematical model by finite element analysis, using the software ANSYS®, version 5.7, to optimize the design of a machine which collects coffee fruits on a yard. The machine modeling was based on the aerodynamic characteristics of coffee fruits and on the air flow necessary to pneumatically transport the coffee fruits. The static pressures on the machine ducts was obtained experimentally and these values were compared with the results obtained by the software ANSYS to validate the modeling. Based on the results, it was concluded that the modeling

  1. Agrometeorological models for 'Valencia' and 'Hamlin' sweet oranges to estimate the number of fruits per plant Modelos agrometeorológicos para estimação do número de frutos por planta em laranjeiras 'Valência' e 'Hamlin'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Elisandra Pasqua Paulino

    2007-02-01

    Full Text Available The development of models that allow forecasting yield tendencies is important to all sectors of the citrus industry. This work evaluated the influence of meteorological variables in different phases of the crop cycle in order to propose empirical models to estimate the number of fruits per plant (NFP of 'Valencia' and 'Hamlin' sweet oranges. NFP sampling data from the citrus juice industry of the State of São Paulo, on the total of 15 harvests (1990/91 to 2004/05, classified into three age classes, and meteorological data of maximum and minimum air temperature and rainfall of Limeira, SP, Brazil, were utilized. Correlation coefficients were initially computed between the number of fruits per plant and each meteorological variable used for water balance and variables related to air temperature, in different periods. Linear multiple regression models were fit to describe the empirical relationship between NFP and the subsets of agrometeorological predictors that presented higher correlations in different phases of the crop cycle. The meteorological conditions during the phases of vegetative summer flush, pre-flowering, flowering and beginning of fruit growth influenced the number of fruits per plant. The proposed models presented adequate goodness-of-fit with determination coefficients varying from 0.72 to 0.87.O desenvolvimento de modelos para previsões de tendências de produtividade é de grande importância para todos os elos da cadeia produtiva de citros. Buscou-se avaliar a influência de variáveis meteorológicas, em diferentes fases do ciclo da cultura, para propor modelos empíricos para estimação do número de frutos por planta em laranjeira 'Valência' e laranjeira 'Hamlin'. Utilizaram-se dados amostrais, provenientes da indústria de suco paulista, de número de frutos por planta (NFP, em três classes de idade, referentes aos valores estimados anuais de produtividade, no total de 15 safras (1990/91 a 2004/05, e dados meteorol

  2. Crescimento, produção e qualidade de frutos de atemoieira ‘Gefner’ submetida a diferentes intensidades de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Virgílio Jamir Gonçalves Mota Filho

    2013-11-01

    Full Text Available Incrementos na produtividade e na qualidade dos frutos de atemoieira, principalmente no período de entressafra, são prioridades dos produtores. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o crescimento e a produção da atemoieira 'Gefner' submetida a diferentes intensidades de poda. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com cinco tratamentos, quatro repetições e uma planta por parcela. Os tratamentos utilizados foram ramos podados com 10, 20, 30, 40 e 50cm de comprimento. Foram avaliados o número de flores, comprimento e diâmetro dos ramos brotados, diâmetro da copa e altura da planta, número de frutos na pré-colheita e colheita, peso total de frutos, peso médio de frutos, diâmetro dos frutos, comprimento dos frutos, peso da casca dos frutos, peso de polpa e semente dos frutos, teor de sólidos solúveis, acidez titulável e pH. As características avaliadas foram submetidas à análise de variância, tendo os efeitos dos diferentes comprimentos dos ramos podados testados e ajustados em equações de regressão. Não foram observados efeitos significativos sobre as características altura de plantas, diâmetro da copa, peso total de frutos, diâmetro dos frutos, comprimento dos frutos, peso da casca dos frutos, peso de polpa e semente dos frutos, teor de sólidos solúveis, acidez titulável e pH. Entretanto, foi observada redução linear do número de flores, comprimento e diâmetro dos ramos brotados, à medida que aumentou a intensidade de poda.

  3. Desenvolvimento dos frutos de pêssego 'Aurora' e nectarina 'Sunraycer' no sul de Santa Catarina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilio Della Bruna

    2011-10-01

    Full Text Available O desenvolvimento do fruto de pessegueiro é resultado da diferenciação e do crescimento das paredes do ovário após a fecundação. A persistência e o crescimento do fruto na planta dependem das relações exatas entre os hormônios auxina, giberelina e citocinina que condicionam o desenvolvimento dos frutos, caracterizado por uma curva dupla sigmoide, com três estádios distintos. O presente trabalho teve por objetivo conhecer o comportamento dos frutos e das sementes do pêssego Aurora e da Nectarina Sunraycer durante todo o seu ciclo de desenvolvimento. O crescimento dos frutos e das sementes durante o ciclo foi determinado semanalmente, coletando-se 30 frutos de dez diferentes plantas em ramos previamente identificados. As sementes foram separadas do fruto para a determinação do peso fresco (PF e do peso seco (PS. O crescimento dos frutos da variedade Sunraycer dá-se de forma contínua e acelerada desde a floração até a maturação, sugerindo um curto período ou a inexistência do Estágio II de crescimento. Para a variedade Aurora, a curva de crescimento é diferenciada nos três estádios (I, II e III. O raleio dos frutos deve ser feito até o início do estádio II, para a variedade Aurora e Sunraycer. As sementes das variedades Aurora e Sunraycer atingem seu tamanho máximo no estágio I de crescimento do fruto. O aumento de peso seco na semente, para a variedade Sunraycer, é praticamente inexistente no estádio III, enquanto para a variedade Aurora ocorre o maior aumento de peso seco que vai até a maturação do fruto.

  4. Produtividade, qualidade dos frutos e estado nutricional do tomateiro tipo longa vida conduzido com um cacho, em cultivo hidropônico, em função das fontes de nutrientes Productivity, fruit quality and nutritional status of single truss long shelf life tomato, cultivated in hydroponic system, with different nutrient sources

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano A. Fernandes

    2002-12-01

    Full Text Available Avaliou-se a produtividade, qualidade dos frutos e estado nutricional do tomateiro longa vida, conduzido com um cacho e cultivado em soluções nutritivas preparadas com diferentes conjuntos de fontes de nutrientes. O experimento foi conduzido de 04/05/99 a 13/09/99 em casa de vegetação da UFV. Foram avaliados dois conjuntos de fontes de nutrientes para compor as soluções de crescimento vegetativo e dois para as soluções de frutificação. As combinações desses conjuntos deram origem a quatro tratamentos que foram dispostos no delineamento de blocos ao acaso com oito repetições. As mudas de tomate, híbrido Carmen, com 36 dias de idade foram colocadas em vasos de 8,6 L, com espaçamento de 0,35 x 0,70 m. Foi feita análise foliar para determinar o estado nutricional da planta. Avaliou-se também a partição dos nutrientes Ca, Mg e K no fruto. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos, comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Para as características avaliadas não foram encontradas diferenças significativas entre os tratamentos. A produção média de frutos por planta foi de 920 g, com ciclo de 96 dias, o que corresponderia no espaçamento adotado à produtividade média de 142 t ha-1 ano-1. A concentração de N, P, K, Ca, Mg e S, nas folhas foram, respectivamente, 3,18; 1,25; 5,11; 4,50; 0,88; e 1,79 dag kg-1, e as concentrações de Fe, Zn, Cu, Mn e B foram, respectivamente, 209; 96; 10; 665; e 209 mg kg-1. No fruto o Ca e K apresentaram maior concentração na região proximal ao pedúnculo, ao contrário do Mg, que nessa porção apresentou menor concentração.There were evaluated the yield, fruit quality and nutritional status of single truss and long shelf life tomato, cultivated in nutritive solutions prepared with different nutrient sources. The experiment was carried out from 04/05/99 to 13/09/99 in a greenhouse of the Universidade Federal de Viçosa, Brazil. Two

  5. Avaliação da maturação dos frutos de linhagens das cultivares Catuaí Amarelo e Catuaí Vermelho(Coffea arabica L. plantadas individualmente e em combinações Fruit ripening evaluations of Catuai Amarelo and Vermelho (Coffea arabica L. lineages of coffee cultivar, planted isolated and in combinations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ângela Maria Nogueira

    2005-02-01

    Full Text Available Instalou-se este experimento na Fazenda Experimental da EPAMIG em São Sebastião do Paraíso, MG, com o objetivo de avaliar as percentagens de frutos chochos e maturação de linhagens das cultivares Catuaí Vermelho (IAC 44, IAC 81 e IAC 99 e Catuaí Amarelo (IAC 47, IAC 62 e IAC 86, no período de 1994 a 1999, plantadas isoladas e em diferentes combinações. O experimento foi instalado obedecendo ao delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, parcelas constituídas de seis covas, com uma planta em cada uma adotando o sistema de manejo usualmente empregado na região, no espaçamento de 3,50 m entre linhas x 1,00 m entre covas. As linhagens foram agrupadas por cultivar plantadas isoladas e em multilinhas nas proporções de 33% e 50%. As análises estatísticas foram realizadas considerando seis características avaliadas individualmente, em parcelas subdivididas no tempo. Na análise estatística utilizou-se o teste de Duncan para comparação de médias. Pelos resultados, verificou-se que não houve diferenças significativas dos sistemas de plantio, isolado ou em combinações, sobre os diferentes estádios de maturação dos frutos.The experiment conducted in EPAMIG’s experimental station at São Sebastião do Paraíso, MG, to evaluate percentage of empty fruits and fruit ripening, of Catuaí Vermelho (IAC 44, IAC 81, and IAC 99 and Catuai Amarelo (IAC 47, IAC 62, and IAC 86, all Catuai lineages, from 1994 to 1999, planted isolated and in different combinations. A randomized block design was used, with 3 replications and 14 lineages combination as treatment, each plot with six plants, spaced 3.5 by 1.0 m, respectively among interrows and lines. Lineages cultivars were grouped and planted isolated and in multi-lines at proposition of 33% and 50%. Six characteristics were evaluated, and averages compared by Duncan test. There were no differences in planting systems over the fruit maturation stages and empty

  6. Características físicas e químico-nutricionais de frutos de pequizeiro (Caryocar coriaceum Wittm. em populações naturais da região meio-norte do Brasil Physical and chemical-nutritional characteristics of pequi fruits (Caryocar coriaceum WITTM. in natural populations of the mid-north region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Klégea Maria Câncio Ramos

    2011-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a variabilidade de características físicas e químico-nutricionais de frutos de seis populações de pequizeiro de ocorrência nos Estados do Maranhão e Piauí (região Meio-Norte do Brasil. Os frutos foram coletados no estádio de maturação (frutos caídos no chão, na safra de 2008. Analisaram-se as seguintes características físicas do fruto: massa média, massa média da casca, massa média do caroço, massa média da amêndoa, percentagem de polpa, relação comprimento/diâmetro médio do fruto, relação comprimento/diâmetro médio do caroço, relação comprimento/diâmetro médio da amêndoa e espessura média da casca. Na polpa e na amêndoa, foram analisadas as características químico-nutricionais: umidade, gordura, proteína bruta, fibra bruta, cinzas, carboidratos totais, energia e minerais (P, K, Ca, Mg, Mn, Cu, Zn e Fe. Os dados foram submetidos à análise de variância, e as médias das populações foram comparadas pelo teste de agrupamento Scott-Knott a 5%. Observou-se elevada variabilidade fenotípica entre as populações para a maioria dos caracteres analisados. Ambas, polpa e amêndoa, mostraram-se ricas em termos nutricionais, sendo a amêndoa, porém, bem mais rica. Em média, a população de Alto Longá, no Piauí, é uma promissora fonte de variabilidade para a maioria dos caracteres físicos e químico-nutricionais estudados.The objective of this work was to evaluate physical and chemical-nutritional characteristics of fruits from six pequi populations of natural occurrence in the states of Maranhão and Piauí (Mid-North region of Brazil. Fruits were collected at the maturity stage (fruits lying on the ground, at the harvest of 2008. The following fruit physical characteristics were analyzed: average mass, peel average mass, stone average mass, kernel average mass, pulp percentage, fruit length/fruit mean diameter ratio, stone length/stone mean diameter ratio, kernel

  7. Qualidade fisiológica de sementes de pimenta em função da idade e do tempo de repouso pós-colheita dos frutos

    OpenAIRE

    Pereira,Francisco Elder Carlos Bezerra; Torres,Salvador Barros; Silva,Maria Isabel de Lima; Grangeiro,Leilson Costa; Benedito,Clarisse Pereira

    2014-01-01

    Um aspecto importante da produção de sementes é a determinação da maturidade fisiológica e do momento adequado de colheita, visando obter sementes de alta qualidade, minimizando a sua deterioração no campo. Diante disso, esta pesquisa teve por objetivo estudar a influência do estado de maturação dos frutos e dos períodos de repouso pós-colheita na qualidade fisiológica de sementes de pimenta (Capsicum baccatum L.), variedade Dedo-de-Moça, para determinação do ponto adequado para colheita das ...

  8. Coloração do fruto, distúrbios fisiológicos e doenças em maçãs 'Gala' e 'Fuji' pulverizadas com aminoetoxivinilglicina Fruit color, physiological disorders and diseases of 'Gala' and 'Fuji' apples sprayed with aminoethoxyvinylglycine

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2010-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da pulverização pré-colheita de macieiras 'Gala' e 'Fuji' com aminoetoxivinilglicina (AVG sobre a qualidade dos frutos e a ocorrência de distúrbios fisiológicos e doenças. O experimento foi conduzido nos anos de 2005 e 2006, com pulverização de AVG (30 dias antes do início da colheita comercial dos frutos nas doses de 0; 125 e 250 mg L-1, sendo que, na segunda safra, também foi utilizada a dose de 62,5 mg L-1. Em maçãs 'Gala', o aumento na dose de AVG reduziu o desenvolvimento de coloração vermelha e a permeância à perda de água na casca. Nesta mesma cultivar, em frutos avaliados após armazenamento refrigerado (três meses a 0±0,5ºC/90-95% UR, seguido de uma semana de vida de prateleira (20±4ºC/60-70% UR, o tratamento pré-colheita com AVG aumentou a incidência de "bitter pit", porém reduziu a incidência de escaldadura, rachadura peduncular e podridões. Em maçãs 'Fuji', o aumento na dose de AVG reduziu a incidência e a severidade de pingo-de-mel em frutos colhidos tardiamente. A pulverização com AVG aumentou a severidade de mancha foliar de 'Gala' (Glomerella cingulata.The objective of this work was to study the effects of preharvest spraying of 'Gala' and 'Fuji' apple trees with aminoethoxyvinylglycine (AVG in fruit quality and incidence of physiological disorders and diseases. The experiments were carried out in 2005 and 2006, with AVG sprayed (30 days before anticipated fruit harvest at the doses of 0, 125 and 250 mg L-1, and also at the dose of 62.5 mg L-1 in 2006. In 'Gala' apples, the increase of AVG dose delayed red color development and reduced the water loss permanence of the skin. For this cultivar, the preharvest treatment with AVG increased the incidence of bitter pit, and reduced the incidence of scald, stem-end splitting and decay on fruits assessed after cold storage (three months at 0±0.5ºC/90-95% RH, followed by one week of shelf life (20±4ºC/60

  9. Disponibilidade de luz em macieiras 'Fuji' cobertas com telas antigranizo e seus efeitos sobre a fotossíntese, o rendimento e a qualidade dos frutos Light supply to 'Fuji' apple trees covered with hail protection nets and its effects on photosynthesys, yield and fruit quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cassandro Vidal Talamini do Amarante

    2009-09-01

    Full Text Available Em pomares de macieira, o dano de granizo pode ser evitado através da cobertura das plantas com telas. Todavia, as telas alteram a intensidade e a qualidade da luz solar e, assim, podem comprometer o rendimento e a qualidade dos frutos. Este trabalho objetivou avaliar estes aspectos em macieiras 'Fuji', cobertas com telas nas cores branca e preta. A tela preta ocasionou maiores reduções na densidade de fluxo de fótons fotossinteticamente ativos (DFFFA disponíveis às plantas (24,8% em relação à tela branca (21,2%. O interior do dossel das plantas sob tela, especialmente quando cobertas com tela preta, recebeu radiação com menores valores da relação vermelho:vermelho distante (V:Vd em relação às plantas descobertas. Somente sob tela preta, a magnitude das reduções na DFFFA e na relação V:Vd da luz foi capaz de aumentar a área média e a área específica das folhas e reduzir a taxa fotossintética potencial, reduzindo assim o rendimento (número e peso de frutos por cm² de seção transversal de tronco e a coloração vermelha dos frutos. As telas antigranizo branca e preta reduziram a incidência de queimadura de sol, porém não afetaram a severidade de "russeting" e o número de sementes por fruto.In apple orchards, hail damage can be avoided by covering the plants with nets. However, the nets might change light intensity and quality supplied to the plants and, therefore, affect yield and quality of the fruit. This research was carried out to assess these aspects on 'Fuji' apples trees uncovered and covered with white and black nets. The black net caused more substantial reduction of photosynthetic photons flux density (PPFD available to the plants during the day (24.8% than the white one (21.2%. The inner part of plants canopy covered by nets, especially under black net, received light with a lower red:far red ratio (R:FR, in comparison to uncovered plants. Only under black net, the reductions of PPFD and R:FR of the

  10. High density of defoliated tomato plants in protected cultivation and its effects on development of trusses and fruits Alta densidade com desfolhamento de plantas de tomateiro em cultivo protegido e seus efeitos sobre o desenvolvimento de inflorescências e frutos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel A. Sandri

    2002-09-01

    ground area seems to be the upper limit in maximizing the number of set fruits of this crop.O número de frutos em plantas de tomateiro cultivadas em alta densidade e com índice de área foliar similar mantido através de desfolhamento foi determinado em três condições ambientais, no interior de túneis de polietileno. O experimento 1 foi conduzido no outono, com radiação solar média recebida pela cultura de 8,0 MJ m-2 dia-1 e temperatura média exterior de 18,1ºC. Os experimentos 2 e 3 foram conduzidos na primavera, com temperatura média exterior de 19,7ºC. No experimento 2, a radiação solar média recebida pela cultura foi de 12,4 MJ m-2 dia-1, enquanto no experimento 3 foi reduzida para 5,9 MJ m-2 dia-1 por meio de uma tela com 52% de sombreamento. As plantas foram cultivadas em sacolas, com 1,0 m entre fileiras e 0,3 m entre sacolas, enchidas com 5,5 L de substrato comercial. Nutrientes e água foram fornecidos via solução nutritiva, de forma a repor os volumes perdidos pela transpiração. Os tratamentos consistiram de uma (T1, duas (T2 e três (T3 plantas por sacola, correspondendo a densidades de 3,3; 6,7 e 10 plantas m-2, respectivamente. Em T1, três folhas por simpódio foram mantidas, com uma proporção de 3:1 entre o número de folhas e de inflorescências, em cada simpódio. Em T2, duas e uma folha foram mantidas respectivamente em dois simpódios consecutivos, alternativamente em ambas as plantas da sacola. A relação entre o número de folhas e de inflorescências foi de 3:2. Em T3, com três plantas por sacola, somente uma folha por simpódio foi mantida, com uma relação de 3:3. Em todos os experimentos, o número de inflorescências por unidade de área em T2 e T3 foi duas e três vezes maior que em T1, respectivamente. O número de frutos fixados por área de solo foi menor em T1 e similar em T2 e T3 no primeiro experimento, enquanto no segundo e terceiro experimentos valores similares foram observados entre os tratamentos. Os

  11. Previsão de bitter pit em maçãs por meio da infiltração de Mg2+ e da aplicação de ethephon nos frutos Prediction of bitter pit in apples through Mg2+ infiltration and ethephon application on fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Sestari

    2009-10-01

    Full Text Available Estudou-se o efeito da infiltração de magnésio e cálcio no desenvolvimento de sintomas de bitter pit de maçãs 'Gala'. Examinou-se, também, a eficiência da infiltração de magnésio e da aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' como métodos de previsão da ocorrência de bitter pit após o armazenamento. No primeiro experimento, maçãs 'Gala' foram infiltradas com MgCl2; CaCl2 ou MgCl2 mais CaCl2. No segundo experimento, maçãs 'Royal Gala' foram infiltradas com MgCl2; ou imersas em solução contendo ethephon por cinco minutos. Como controle, frutos de cada cultivar foram armazenados em atmosfera controlada por seis meses mais 18 dias a 20°C. Frutos infiltrados com MgCl2 apresentaram significativo acréscimo na incidência e severidade de bitter pit, proporcional à concentração de MgCl2 na solução. Frutos infiltrados com CaCl2 não apresentaram sintomas de bitter pit. A aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' na colheita foi efetiva na previsão de bitter pit após o armazenamento.The effect of magnesium and calcium infiltration on bitter pit symptoms development in Gala apples was studied. It was also examined the efficiency of magnesium infiltration and the ripening hastening of Royal Gala apples as a predictive methods of bitter pit occurrence after storage. In the first experiment, Gala apples were infiltrated with MgCl2; CaCl2; or MgCl2 plus CaCl2. In the second experiment Royal Gala apples were infiltrated with MgCl2; or immersed into solution containing ethephon during five minutes. As a control a sample of each cultivar was stored in controlled atmosphere during 6 months plus eighteen days at 20°C. Fruits infiltrated with MgCl2 showed increased incidence and severity of bitter pit proportional to the MgCl2 concentration in the solution. Infiltration with CaCl2 prevents bitter pit-like symptoms. The ripening hastening of Royal Gala apples at harvest was effective on the bitter pit prediction after

  12. Doenças e características físicas e químicas pós-colheita em maracujá amarelo de cultivo convencional e orgânico no centro oeste paulista Postharvest diseases and physical chemical characteristics of yellow passion fruit from organic and conventional crops in the midwest region of São Paulo State

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Herman Fischer

    2007-08-01

    Full Text Available Após a colheita do maracujá-amarelo, ocorre aumento na suscetibilidade do fruto às podridões e significativa perda de massa fresca. Diante disso, objetivou-se identificar e quantificar as doenças pós-colheita e avaliar as características físicas e químicas de frutos de maracujazeiro-amarelo produzidos em sistemas de cultivo convencional e orgânico. Os frutos foram individualizados e submetidos a 24h de câmara úmida, permanecendo por mais 13 dias a 25±2ºC e 70-80% de UR. As doenças e o índice de murchamento foram avaliados visualmente após a coleta do fruto e a cada três dias. Os frutos também foram caracterizados quanto à espessura da casca, rendimento em polpa e teores de acidez titulável e de sólidos solúveis. A ocorrência de podridões foi elevada, tanto no pomar orgânico como no convencional. A antracnose foi a principal doença, com 100% de incidência nos frutos de ambos os pomares, seguida pela podridão de Fusarium, com 25,5% no convencional e 19,0% no orgânico. Já para a podridão de Phomopsis, a incidência foi superior no pomar convencional (11,0%, comparado ao orgânico (2,0%. Com auxílio de uma escala diagramática, estimou-se a severidade da antracnose, de 34,1% nos frutos orgânicos e de 39,8% nos frutos do pomar convencional. Os frutos orgânicos apresentaram-se maiores, com maior espessura da casca, menor rendimento em polpa e maior teor de sólidos solúveis. O índice de murchamento não diferiu entre os maracujás dos dois sistemas de cultivo. Com base nos resultados obtidos, medidas de controle fitossanitárias no campo e na pós-colheita devem ser adotadas, visando a obter frutos de maior qualidade.After harvested, yellow passion fruit have an increase in rot susceptibility and significant loss of fresh mass. The purposes of this work were to identify and quantify post harvest diseases and to evaluate the physical chemical characteristics of yellow passion fruits grown under conventional and

  13. Crescimento, produção e qualidade de frutos da bananeira 'Figo cinza', em Botucatu-SP Growth, yield and quality of 'Figo cinza' banana fruits in Botucatu-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayana Portes Ramos

    2009-09-01

    Full Text Available A bananeira Figo Cinza é uma cultivar do grupo ABB, subgrupo Figo, que apresenta tolerância ao mal-do-panamá e às sigatokas amarela e negra, demonstrando ser uma cultivar interessante para programas de melhoramento genético. Devido a isso, o presente trabalho teve como objetivo avaliar características do 1º ciclo da planta, como o crescimento, produção e atributos físico-químicos dos frutos dessa cultivar, no município de Botucatu-SP. Foram avaliadas as seguintes características de crescimento: altura de plantas, circunferência do pseudocaule e número de folhas, medidas na época de emissão da inflorescência; número de dias entre o plantio e o florescimento, número de dias entre o florescimento e a colheita, e número de dias do plantio à colheita. Também foram mensuradas as seguintes características de produção: peso do cacho, número de frutos, peso médio dos frutos, número de pencas e produtividade; na 2ª penca foram avaliados peso, número, comprimento e diâmetro dos frutos. Os atributos fisico-químicos analisados foram: textura, pH, acidez titulável, sólidos solúveis, açúcares totais, amido e teor de potássio. Foi utilizado o método das estatísticas descritivas para a caracterização da cultivar, através dos cálculos das médias. Os resultados mostraram que 'Figo Cinza' apresentou porte médio (2,9 m, ciclo de 420 dias, produtividade média de 12,74 t ha -1 e frutos com baixa acidez (0,06%.'Figo Cinza' is a cultivar of the genomic group ABB, Figo subgroup, which provides tolerance to Panama and Sigatoka diseases that may be useful in genetic breeding programs. Then, this work aimed to evaluate the plants growth, production and also the physical and chemical characteristics of the fruits from this cultivar in Botucatu city, São Paulo state, Brazil. Some growth characteristics were evaluated such as: plant height, the pseudostem circumference, number of leaves, number of days between planting and

  14. Produtividade e qualidade dos frutos da laranjeira 'Pêra' clone IAC em 16 porta-enxertos na região de Bebedouro-SP Yield and fruit quality of 'Pêra' sweet orange clone IAC on 16 rootstocks in Bebedouro region, State of São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo Sanches Stuchi

    2004-08-01

    Full Text Available Avaliou-se a influência de 16 porta-enxertos na produtividade, nas características físicas e químicas (sólidos solúveis totais-°Brix; acidez; ratio; porcentagem de suco; índice tecnológico e tamanho dos frutos dos frutos da laranjeira 'Pêra' [Citrus sinensis (L. Osbeck] e na incidência e severidade da clorose variegada dos citros (CVC. O plantio do experimento foi realizado em julho de 1993, com espaçamento de 6,0 m entre linhas e 3,5 m entre plantas (476 plantas/ha. O experimento foi conduzido sem irrigação. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, duas plantas por parcela, três repetições e 16 tratamentos, constituídos pelas seguintes cultivares porta-enxertos: tangerineira 'Sun Chu Sha Kat' (Citrus reticulata Blanco, tangerineira 'Pectinífera' (C. reticulata, 'Shekwasha' (C. depressa Hayata, tangerineira 'Pectinífera/Shekwasha' (C. depressa Hayata, tangerineira 'Batangas' (C. reticulata, tangerineira 'Oneco' (C. reticulata, citrangor [citrange (Poncirus trifoliata Raf. x C. sinensis x C. sinensis], citrandarin [C.sunki hort. Ex Tanaka x Poncirus trifoliata (L. Raf. cv. English, tangerineira 'Sunki' (C. sunki, tangerineira 'Suen-Kat' (C. sunki, tangerineira 'Nasnaran' (C. amblycarpa Ochse, tangerineira 'Venezuela' (C. reticulata, tangerineira Heen Naran (C. lycopersicaeformis hort. ex Tan. , limoeiro 'Cravo' (C. limonia Osbeck x tangerineira 'Cleópatra' (C. reshni hort ex Tanaka, limoeiro 'Cravo' (C. limonia, tangerineira 'Cleópatra' (C. reshni. A intensidade da clorose variegada dos citros variou em função dos porta-enxertos e não se relacionou com a produção de frutos até a quarta safra. Os porta-enxertos estudados, com exceção da tangerineira Nasnaran, proporcionaram qualidade e produções iniciais de frutos similares aos do limoeiro 'Cravo'.An experiment was set up in July 1993, at Bebedouro city, São Paulo state, Brazil, aiming to evaluate the rootstock influence on the yield and several physical

  15. Crescimento de mudas de moringa em função da salinidade da água e da posição das sementes nos frutos Growth of moringa seedlings as function of salinity and seed position in the fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francisco de Assis de Oliveira

    2013-02-01

    Full Text Available A escolha das sementes é de fundamental importância para a obtenção de mudas de qualidade, principalmente quando são produzidas sob condições ambientais adversas. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a influencia da salinidade sobre o desenvolvimento de mudas de moringa provenientes de sementes localizadas em diferentes posiç��es no fruto. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com os tratamentos arranjados em esquema fatorial 3 x 4 e quatro repetições. Os tratamentos resultaram da combinação de três posições de sementes no fruto (basal, mediana e apical com quatro níveis de salinidade da água de irrigação (0,5; 2,0; 3,5; e 5,0 dS m-1. Foram avaliadas as seguintes características de crescimento: altura (ALT, diâmetro do caule (DC, diâmetro da raiz principal (DRP, número de folhas (NF, área foliar (AF, massa seca da parte aérea (MSPA, massa seca do sistema radicular (MSR e massa seca total (MST. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias, comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, para o efeito da posição da semente no fruto; e por análise de regressão, para os dados provenientes da salinidade. Houve interação significativa na maioria das características avaliadas. A salinidade da água de irrigação diminuiu em todas as variáveis. As mudas provenientes de sementes localizadas na porção basal dos frutos foram mais afetadas pela salinidade da água de irrigação.Choosing seeds is crucial for obtaining good quality seedlings, especially when the seedlings are grown under adverse environmental conditions. This work was carried out to evaluate the influence of salinity on the development of moringa seedlings from seeds located at different positions in the pod. The design used in this study was a completely randomized design with treatments arranged in 3 x 4 factorial scheme, with four replications. The treatments resulted from

  16. Resistência genética à podridão amarga em maçãs, determinada pela taxa de desenvolvimento da doença em frutos com e sem ferimentos Genetic resistance to bitter rot on apples determined by the development rate of the disease on fruits with and without wounds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Frederico Denardi

    2003-12-01

    Full Text Available A maçã é um dos mais importantes produtos agrícolas de Santa Catarina e a segunda mais importante fruteira de clima temperado do Brasil. No entanto, a produção brasileira está alicerçada em cultivares importadas suscetíveis a diversas doenças. A podridão amarga causada pelo fungo Glomerella cingulata (Stoneman Spaulding & Schrenk, (forma imperfeita Colletotrichum gloeosporioides (Penz. Sacc. é uma das mais importantes doenças de verão, podendo causar perdas muito elevadas. No presente trabalho, a inoculação artificial de C. gloesporioides em frutos com e sem ferimentos objetivou verificar a diferença de evolução da podridão amarga e identificar possíveis fontes de resistência nas seleções e novas cultivares de macieira desenvolvidas pela Epagri. Verificou-se ampla variação na reação de resistência entre as cultivares e seleções estudadas. O estabelecimento e o desenvolvimento da podridão amarga mostrou-se muito mais rápido através de ferimentos. As seleções M-6/00 e M-13/00 manifestaram resistência superior à das atuais cultivares Gala, Fuji e Golden Delicious. Essas seleções também apresentaram resistência superior à cv. Melrose, indicada como resistente em outros estudos.Apple is one of the most important agricultural product of Santa Catarina State and represents the second most important temperate-zone fruit in Brazil. However the production is based on imported cultivars susceptible to many fungal diseases. Bitter rot caused by the fungus Glomerella cingulata (Stoneman Spaulding & Schrenk, (amorphous = Colletotrichum gloeosporioides (Penz. Sacc., is one of the most important summer diseases of apple in southern Brazil. Severe damages may occur every year. In the present study, artificial inoculation of C. gloeosporioides on fruits with and without wounding was carried out to verify differences in the evolution of bitter rot and to identify sources of resistance to the disease among the new apple

  17. Aplicación de diversos métodos químicos para determinar actividad antioxidante en pulpa de frutos Aplicação de diversos métodos químicos para determinar atividade antioxidante em polpa de frutas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    E. Marta Kuskoski

    2005-12-01

    Full Text Available El Brazil es considerado un de los principales países productores de zumos de frutos, ocupando en concreto la tercera posición respecto a esto. La diversidad de frutos en el mercado es cada vez mayor, introduciéndose diariamente nuevos frutos tropicales cuyas propiedades y actividades no están aún totalmente determinadas. El gobierno brasileño apoya el comercio exterior de frutos, invirtiendo fondos en exposiciones que promueven y sitúan a los nuevos productos en los países de la Unión Europea, tal como la "Brazilian Fruit Festival" que promociona frutos in natura, pulpas congeladas y zumos procesados. Se publican cada vez en mayor número nuevas investigaciones que asocian el consumo de frutas con efectos beneficiosos para la salud humana. Este trabajo tiene por objeto la determinación del índice de fenoles totales (FT, antocianos totales (AT y la capacidad antioxidante de las pulpas de frutos comerciales congelados, aplicando los métodos espectrofotométrico químicos mas en boga para la determinación de la actividad antioxidante (ABTS, DPPH y DMPD. Se ha determinado la capacidad antioxidante de las pulpas de los frutos tropicales de mayor consumo en el mercado del sur de Brazil (mora, uva, açaí, guayaba, fresa, acerola, piña, mango, graviola, cupuaçu y maracuyá aplicando el método ABTS con medidas a dos tiempos (1 y 7 minutos, DPPH (30 y 60 minutos y DMPD (10 minutos. Los valores TEAC (capacidad antioxidante equivalente al Trolox obtenidos de las pulpas oscilan entre mínimos y máximos de 2,0 y 67,2 µmol/g aplicando el ensayo ABTS, 1,02 y 67,0 µmol/g aplicando DPPH y 4,2 y 46,6 µmol/g aplicando DMPD. La capacidad antioxidante obtenida por los métodos ABTS y DPPH se encuentra correlacionada con el contenido de compuestos fenólicos y antocianos.Considerado um dos principais paises produtores de sucos de frutas, o Brasil é o terceiro maior produtor de frutas tropicais. A diversidade de frutas no mercado é cada vez

  18. Extratos, decoctos e óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas na inibição de Glomerella cingulata e Colletotrichum gloeosporioides de frutos de goiaba Extracts, decoctions and essential oils of medicinal and aromatic plants in the inhibition of Colletotrichum gloeosporioides and Glomerella cingulata isolates from guava fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciane Cristina Rozwalka

    2008-04-01

    Full Text Available A principal doença da goiaba (Psidium guajava L., após a colheita, é a antracnose, causada por Glomerella cingulata e Colletotrichum gloeosporioides. Estes patógenos e o resíduo de fungicidas em frutos são considerados os principais problemas para a exportaçãodesta fruta. Neste trabalho, foi avaliado o efeito fungitóxico de extratos, decoctos e óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas, no crescimento micelial dos patógenos, in vitro, recomendados como alternativa para o controle químico em pós-colheita. Os extratos aquosos a 10% e os decoctos (subprodutos da hidrodestilação foram adicionados em BDA, autoclavados e distribuídos em placas de Petri. Os óleos essenciais foram adicionados em três pontos eqüidistantes nas placas de Petri contendo BDA. Discos dos isolados foram repicados para o centro das placas de Petri. O efeito fungitóxico foi avaliado medindo-se o diâmetro das colônias, quando na testemunha ou em qualquer tratamento os patógenos atingiram a borda da placa. O extrato aquoso e o óleo essencial de cravo-da-Índia inibiram em 100% o crescimento de G. cingulata e C. gloeosporioides, sendo este último totalmente inibido pelo óleo essencial de capim-limão. Os decoctos de alecrim, gengibre, calêndula e laranja (Citrus sinensis apresentaram potencial de inibição sobre os isolados dos patógenos. No controle de C. gloeosporioides, destacaram-se também os decoctos de marcela, camomila e tagetes. A inibição total ou parcial do crescimento micelial de Glomerella cingulata e Colletotrichum gloeosporioides, in vitro, evidenciou a existência de compostos biologicamente ativos, com efeito fungitóxico nos extratos, decoctos e óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas. Isto indica uma aplicação potencial destes produtos no controle alternativo da antracnose em frutos de goiabeira.The main disease of the guava (Psidium guajava L., after harvesting, is anthracnose, caused by Glomerella

  19. Uso contínuo de herbicidas em citrus (Citrus sinensis L. osbeck : II. Efeitos no desenvolvimento, produção e qualidade dos frutos Continuos use of herbicides in citros (Citrus sinensis (L. osbeck: II - ffects ondevelopment, yield and fruit quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Victoria Filho

    1991-01-01

    Full Text Available A presente pesquisa foi conduzida no município de Conchal - SP, Brasil, em um Latossol Vermelho Amarelo com 1,75% de matéria orgânica com o objetivo de veri fic ar o efeito do uso cont inuo dos principais herbicidas no desenvolvimento, produção e qualidade dos frutos em um pomar de laranja 'Pera' Citrus sinensis (L. Osbeck, en xertada sobr e limão cravo (Citrus lionia Osbeck. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com 12 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos utilizados com as respectivas doses do i. a. em kg/h a foram: terbacil a 3,2; simazine a 4,0; ametryne + secbumetone 4,5; dichlobenil a5,0 ; diuron a3,2 ; bromacila 3,2; bromacil + diuron a 3,2; paraquat a 0,6; glyphosate a 1,61 e MSMA a 1,77 alem de uma testemunha que recebia uma capina anualmente, e outra que era capinada sempre que a cobertura pelas plantas daninhas atingia 25% da área da parcela. O pomar foi plantado em meio/ 75 e a 1a aplicação dos herbicidas foi realizada em outubro de 1977. As parcelas continham 4 plantas em uma area de 3,0 x 18,0 m (54 m2. A última aplic ação foi realizada em 1992. O efeito no desenvolvimento foi feito pela medida do diâmetro do caule a 10 m acima do ponto de enxertia, pelo diâmetro da copa na altura mediana e pela altura das plantas. Todas essas medidas eram realizadas 2 vezes por ano. Para avaliação da produção, eram colhidos os frutos de quatro plantas por parcela. A qualidade dos frutos foi avaliada através das medidas do diâmetro longitudinal e transversal, albedo, peso e número de sementes, peso médio dos frutos, % de suco, % de sólidos solúveis e % de acidez. Pelos dados obtidos , verifica - se que não houve influência dos herbicidas no desenvolvimento das plantas de citros, e na produção. As influencias na qualidade dos frutos foram mínimas, e dependeram do ano de amostragem.The research reported in this paper was conducted at the Conchal county in Sao Paulo State, Brazil, in a Red

  20. Linhagens de feijoeiro comum com fenótipos agronômicos favoráveis e resistência ao crestamento bacteriano comum e antracnose Common bean lines with suitable agronomic phenotypes and resistant to bacterial blight and anthracnose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joaquim Geraldo Cáprio da Costa

    2003-10-01

    Full Text Available O crestamento bacteriano comum e a antracnoseincitados por Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli (Smith Vauterin, Hoste, Kesters & Swings e Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magn. Scrib., respectivamente, podem reduzir consideravelmente a produtividade do feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris L.. Conduziu-se este trabalho com o objetivo de obter linhagens com resistência conjunta ao crestamento bacteriano comum e à antracnose, com características agronômicas desejáveis. Foram obtidas 35 populações F2 provenientes de cruzamentos simples entre linhagens com resistência ao crestamento bacteriano comum proveniente de P. acutifolius A. Gray e linhagens resistentes à antracnose e com características agronômicas favoráveis. As populações segregantes de F2 a F5 foram inoculadas com o patótipo 89 de C. lindemuthianum com uma concentração de 1,2 x 10(6 conídios/mL e submetidas à seleção massal modificada. As plantas que apresentaram grau superior a 4 foram eliminadas. Na geração F5, foi realizada seleção individual das plantas remanescentes para obter as famílias F6. As famílias F6 foram avaliadas mediante inoculação com os patótipos 55, 89, 95 e 453 de C. lindemuthianum. As famílias F7 resistentes à antracnose foram inoculadas em casa-de-vegetação por incisão das folhas primárias com tesoura mergulhada em uma suspensão de 5 x 10(7 ufc do isolado XpCNF 15 de X. axonopodis pv. phaseoli. As linhagens resistentes foram avaliadas em quatro experimentos de campo. Foram selecionadas 17 linhagens com alto rendimento de grãos, resistentes ao crestamento bacteriano comum e à antracnose, com boa altura de inserção das vagens inferiores e resistentes ao acamamento.Common bacterial blight and anthracnose diseases, incited by Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli (Smith Vauterin, Hoste, Kesters & Swings and Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magn. Scrib., respectively, are major constrains for dry bean (Phaseolus vulgaris L

  1. Primeiro registro de Accinctapubes albifasciata (Druce, 1902 (Pyralidae, Epipaschiinae em frutos de Ocotea catharinensis Mez-Lauraceae. First record of Accinctapubes albifasciata (Druce 1902 (Pyralidae, Epipaschiinae feed on fruits of Ocotea catharinensis Mez-Lauraceae.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Édson Possidônio TEIXEIRA

    2011-06-01

    Full Text Available É registrada pela primeira vez a ocorrência de Accinctapubes albifasciata (Druce, 1902 (Lepidoptera, Pyralidae, atacando frutos de Ocotea catharinensis Mez (Lauraceae, canela-preta, desde o início do desenvolvimento até a sua dispersão, no Parque Estadual da Cantareira (23º22’S e 46º36’W, localizado nos municípios de Caieiras, Guarulhos, Mairiporã e São Paulo, Estado de São Paulo, Brasil.It is registered for the first time the occurrence of Accinctapubes albifasciata (Druce, 1902 (Lepidoptera, Pyralidae attacking fruits of Ocotea catharinensis Mez (Lauraceae, canela-preta, since the beginning of development until its dispersion, at Parque Estadual da Cantareira (23º22’S and 46º36’W, located in the Caieiras, Guarulhos, Mairiporã and São Paulo counties, State of São Paulo, Brazil.

  2. Avaliação microscópica da endogenia microbiana em reatores UASB concêntricos, tratando água residuária do processamento dos frutos do cafeeiro por via úmida - doi: 10.4025/actascitechnol.v33i2.8291

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Júlia Ferreira da Silva

    2011-04-01

    Full Text Available Com a utilização de duas técnicas de microscopia, eletrônica de varredura (MEV e de epifluorescência, objetivou-se investigar o processo de endogenia da biomassa presente em reatores de manta de lodo e fluxo ascendente (UASB, do inglês upflow anaerobic sludge blancket. Dois reatores UASB concêntricos, funcionando em série, inseridos em um sistema-piloto de tratamento de águas residuárias do processamento dos frutos do cafeeiro por via úmida, foram monitorados quanto aos parâmetros físico-químicos e microbiológicos. Os reatores UASB operaram em campo, com oscilação de temperatura ambiente entre 16,5 e 38,8°C; as temperaturas do afluente e efluente dos reatores variaram de 16,3 a 27,3°C, respectivamente. Os dados iniciais obtidos para a demanda química de oxigênio (DQO foram de 1.349 e 1.173 mg L-1, sendo, ao final do monitoramento atingido os valores de 120 e 102 mg L-1 para os reatores 1 e 2, respectivamente. Concluiu-se que a microscopia aplicada ao perfil de sólidos dos reatores é muito importante e deve ser empregada como parâmetro de qualificação do lodo cultivado em reatores UASB, especialmente quando do decaimento bacteriano.

  3. Sesquiterpenos e hidrocarbonetos dos frutos de Xylopia emarginata (Annonaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabel C. Moreira

    Full Text Available O extrato hexânico dos frutos de Xylopia emarginata foi particionado entre hexano e MeOH/H2O. A fase hidroalcoólica foi submetida à separação cromatográfica fornecendo quatro sesquiterpenos: óxido de cariofileno, espatulenol, 1beta,6alfa-diidroxi-4(15-eudesmeno e 4-hidroxi-1,15-peróxieudesmano. A fase hexânica foi fracionada através de cromatografia em coluna fornecendo dois hidrocarbonetos (nonadecano e 1-nonadeceno e uma cetona alifática (hentriacontan-16-ona. As estruturas dos compostos isolados foram estabelecidas através de análise espectroscópica, principalmente RMN e EM.

  4. Tolerância de frutos de pessegueiro a geadas Fruit frost tolerance in peach

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Paulo Assmann

    2008-12-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo avaliar a tolerância de frutos de pessegueiro aos danos ocasionados pela geada. A geada ocorreu no dia 5 de setembro de 2006, sendo que a temperatura mínima, a 1,5 m do solo, foi de - 1,06ºC. Foram avaliados 28 genótipos de pessegueiro em diferentes estádios fenológicos. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com três repetições (plantas de pessegueiro, procedendo-se à avaliação em seis ramos por planta. No dia em que ocorreu a geada, foram mensurados o número de frutos por ramo, diâmetro sutural médio dos frutos, número total de gemas vegetativas, percentual de brotação e percentual de brindilas formadas a partir das gemas brotadas. Uma segunda avaliação foi realizada 15 dias após a primeira, para avaliar o percentual de queda de frutos e o diâmetro sutural médio dos frutos remanescentes. Genótipos bem enfolhados e cujos frutos apresentavam endocarpo endurecido, no momento da ocorrência da geada, foram tolerantes ao dano ocasionado pelo frio; frutos com diâmetro sutural inferior a 20 mm foram suscetíveis à geada, enquanto frutos com diâmetro sutural superior a 30 mm apresentaram boa tolerância, independentemente do genótipo avaliado.The aim of this work was to evaluate the fruit damage tolerance in different peach tree genotypes after natural freeze. The frost happened on September 5, 2006, and the minimum temperature, 1.5 meters over soil, was -1.06ºC. Twenty- eight peach tree genotypes, in different stages of development, were evaluated, in a completely random design, in three replication (plants and six branches by plants. Immediately after frost, we measured the number of fruits per branches, average fruit suture diameter, percentage of sprouts and percentage of twigs in formation. A second evaluation was accomplished fifteen days after the first one in order to assess the percentage of fruit drop and the average remaining fruit suture diameter. Genotypes

  5. Qualidade de frutos de cajá-manga armazenados sob diferentes temperaturas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Douglas Seijum Kohatsu

    2011-10-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo determinar o efeito de diferentes temperaturas de armazenamento na qualidade de frutos de cajá-manga. Os frutos de cajá-manga foram obtidos junto ao CEAGESP - Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, e transportados em caixas isotérmicas para o Laboratório onde foram selecionados quanto à aparência, estádio de maturação, ausência de danos físicos, depois sanitizados em solução de 50 ppm de cloro livre e acondicionados em bandejas de poliestireno expandido, envolto por filme de policloreto de vinila (PVC. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos (4ºC, 8ºC e 25ºC e 5 épocas de avaliação (0; 3; 6; 9 e 12 dias após a instalação do experimento. Em cada coleta, foram avaliadas a firmeza, a acidez titulável, os sólidos solúveis, o teor de ácido ascórbico, a cor da casca e, também, a liberação de CO2 pelos frutos ao longo do tempo. Foi observado que baixas temperaturas prolongam a vida útil dos frutos e que a temperatura de armazenamento influencia nas características avaliadas, sendo a temperatura de 8ºC a mais adequada para o armazenamento dos frutos de cajá-manga.

  6. Interação das lesões causadas pela sarna-da-macieira (Venturia inaequalis na capacidade de infestação dos frutos por lagartas de Grapholita molesta (Lepidoptera: Tortricidae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Oscar Arnaldo Batista Neto e Silva

    2011-12-01

    Full Text Available Em monitoramentos de pragas realizados na cultura da macieira foram observadas maiores infestações da mariposa oriental (Grapholita molesta em frutos provenientes de pomares com maior incidência de lesões causadas pela sarna-da-macieira (Venturia inaequalis. Para validar esta observação, conduziu-se um experimento em laboratório com o objetivo de verificar a influência de lesões da sarna da macieira em frutos, na capacidade de infestação por G. molesta. Foram utilizados frutos (n=200 de macieira da variedade Gala com sintomas da sarna (n=100 e frutos sadios (n=100. Uma lagarta recém-eclodida foi inoculada em cada fruto e a avaliação foi realizada 10 dias após a infestação, determinando-se o número de lagartas que conseguiram penetrar nos frutos. Houve diferença significativa na capacidade de penetração das lagartas associado a presença de lesões da sarna (87% quando comparado com frutos sadios (61%. Conclui-se que frutos de maçã da cv. Gala atacados por Venturia inaequalis são mais infestados por lagartas de primeiro ínstar de Grapholita molesta.

  7. Controle pós-colheita da antracnose da banana -prata anã tratada com fungicidas e mantida sob refrigeração Dwarf silver banana post-harvest anthracnose control with fungicides and under refrigeration

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Flávia Santos Coelho

    2010-08-01

    Full Text Available A antracnose é uma das principais doenças após a colheita da banana, causada pelas diferentes raças fisiológicas do fungo Colletotrichum musae, e que se manifesta na maioria das vezes na fruta madura, comprometendo a sua qualidade. Seu aparecimento está relacionado ao manuseio inadequado, ausência de controle químico em campo e de refrigeração. A aplicação de produtos químicos é efetuada durante o beneficiamento, sendo importante salientar que pode iniciar com a fruta ainda no campo. Objetivou-se, neste trabalho, verificar o efeito de fungicidas utilizados após a colheita, visando o controle da antracnose em bananas, cultivar Prata Anã, armazenadas a 20ºC e 12ºC. Para isso, foi testada a ação dos fungicidas tiabendazol e imazalil no controle de Colletotrichum musae. No teste, foram empregados isolados das cultivares Prata Anã, FHIA 02 e ST 4208, inoculados em bananas-prata anã. As avaliações foram efetuadas a cada 3 dias, por meio de medições do tamanho das lesões (mm², sendo as frutas inoculadas descartadas no estádio de maturação 7 (amarelo com pontas marrom. Os tratamentos mais eficientes no controle da doença foram aqueles em que as bananas foram tratadas com o fungicida tiabendazol. No estudo, também foi verificada diferença em relação à patogenicidade dos isolados utilizados, que demonstraram especificidade quanto a cultivar.Anthracnose is one of the main post-harvest disease of the banana, caused by different physiological races of Colletotrichum musae. It manifests itself mostly in ripe fruits, threatening its quality. Its appearance is related to the inadequate handling, absence of chemical control in field, and cooling. Application of chemical products is usually done during the processing, but it is important to point out that it can be done while the fruit is still in the field. This work had as an objective to verify the effect post-harvest application of fungicides to control anthracnose in

  8. Frutos e sementes consumidos pelo tambaqui, Colossoma macrompum (Cuvier, 1818 incorporados em rações: digestibilidade e velocidade de trânsito pelo trato gastrointestinal Fruits and seeds consumed by tambaqui (Colossoma macropomum, CUVIER, 1818 incorporated in the diets: gastrointestinal tract digestibility and transit velocity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jorge Antonio Moreira da Silva

    2003-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi estudar o efeito da incorporação de duas espécies de frutos e de duas espécies de sementes em uma dieta referência sobre a digestibilidade dos nutrientes e a velocidade de trânsito do alimento pelo trato gastrointestinal do tambaqui. Utilizando-se uma dieta de referência, 55% do fubá de milho foi substituído, em igual proporção, por farinhas elaboradas a partir do frutos jauari (Astrocaryum jauari e embaúba (Cecropia sp. e das sementes de munguba (Pseudobombax munguba e seringa barriguda (Hevea spruceana. Foram utilizados 15 tanques redondos de cimento amianto de 250 L, com circulação contínua de água e aeração permanente. Sessenta peixes de 1627±112,8 g de peso médio foram distribuídos nas unidades experimentais em grupos de quatro peixes. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e três repetições. Os peixes receberam, durante o período experimental, duas refeições diárias, 9 e 16 h, até a saciedade. O tempo de trânsito foi calculado tomando-se o tempo de início da ingestão da dieta (T0 e o tempo do início do aparecimento das primeiras fezes com coloração verde (Tfinal, devido à presença de óxido de cromo (Cr2O3 incluído na ração como indicador inerte. Os peixes foram sacrificados por choque térmico a 4ºC. As amostras foram coletadas no estômago e em três partes do intestino. A incorporação de frutos e sementes alterou significativamente os teores dos nutrientes e os coeficientes de digestibilidade de todas as dietas experimentais. A composição das dietas influenciou significativamente o tempo de trânsito do alimento pelo trato gastrointestinal.A feeding trial was carried out to evaluate nutrient gastrointestinal digestibility and transit velocity in tambaqui fed two species of fruits and two species of seeds incorporated in a reference diet. In the reference diet, 55% of the yellow corn grain was replaced, in equal

  9. Influência do sistema de condução na produção e na qualidade dos frutos das videiras 'Folha de Figo' e 'Niagara Rosada' em Caldas, MG Influence of the training system in the yield and in the quality of vine fruits 'Folha de Figo' and 'Niagara Rosada' in Caldas, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Márcio Norberto

    2008-04-01

    Full Text Available O presente trabalho foi desenvolvido na Estação de Viticultura e Enologia da EPAMIG em Caldas-MG, e objetivou avaliar a influência do sistema de condução na produção e na qualidade dos frutos das videiras 'Folha de Figo' e 'Niagara Rosada' durante as safras 2003, 2004 e 2005. Como cultivares copa utilizou-se 'Niagara Rosada' e 'Folha de Figo', enxertadas no porta-enxerto '420-A'. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em fatorial 4x2. Os sistemas de condução adotados foram cordão simples, pérgula, espaldeira e lira. Avaliaram-se as variáveis: massa e número médio de ramos; crescimento dos ramos; número de cachos; produção/planta; produtividade estimada/ha; análise química dos frutos; teor de sólidos solúveis totais (ºBrix; acidez total titulável (meq.L-1 e pH. Verificou-se que os sistemas espaldeira, lira e pérgula promoveram as maiores médias de massa e número de ramos em ambas variedades. Os sistemas de condução pérgula e cordão simples propiciaram uma certa precocidade em ambas cultivares. O porte descendente promovido pelo cordão simples induziu um menor crescimento de ramos. Os sistemas de condução foram semelhantes para a variável produção/planta para a cultivar 'Niagara Rosada' enquanto que para 'Folha de Figo' a lira foi superior. Os sistemas de condução lira e espaldeira apresentaram videiras com maiores produtividades para as cultivares estudadas. E as videiras conduzidas nos sistemas cordão simples e pérgula produzem frutos com melhor qualidade para ambas cultivares.The present work was developed in the Station of Viticulture and Enology of Caldas EPAMIG, Caldas, MG, and it aimed to evaluate the influence of the conduction system in the production and in the quality of the fruits of the vines 'Folha de Figo' and 'Niagara Rosada' during the crops 2003, 2004 and 2005. As you cultivate cup it was used Rosy Niagara and Leaf of Fig, grafted in the door-graft ' 420-TO '. The

  10. Captura de Rhynchophorus palmarum L. (Coleoptera: curculionidae em armadilhas iscadas com o feromônio de agregação e compostos voláteis de frutos do abacaxi Trap catches of Rhynchophorus palmarum L. (Coleoptera: curculionidae baited with its aggregation pheromone and volatile compounds from pineapple

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Guimarães Duarte

    2003-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar os índices de captura de Rhynchophorus palmarum em armadilhas iscadas com o feromônio de agregação, 6-metil-2(E-hepten-4-ol (rincoforol, associado a toletes de cana-de-açúcar, a pedaços de frutos do abacaxi e a seis compostos voláteis isolados de frutos do abacaxi. Os compostos voláteis do abacaxi são caracterizados por uma mistura de ésteres metílicos e etílicos, sendo o octanoato de metila e o octanoato de etila os mais abundantes. As armadilhas iscadas com o rincoforol associado a toletes de cana-de-açúcar e as iscas com rincoforol associado a pedaços de abacaxi não apresentaram diferenças significativas no número de besouros capturados. No entanto, ambas apresentaram índices de captura superiores àquelas em que o rincoforol foi utilizado em associação com voláteis do abacaxi. Não se observaram efeitos significativos do local e época de captura, nem no número de machos e de fêmeas capturados.The aim of this work was to investigate the capture of Rhynchophorus palmarum in traps baited with its aggregation pheromone, 6-methyl-2(E-hepten-4-ol (rhynchophorol, in association with sugar cane, pieces of pineapple fruit, and six volatile compounds from pineapple. A mixture of methyl and ethyl esters, being methyl octanoate and ethyl octanoate the most abundant, characterizes the volatile compounds from pineapple fruits. Traps baited with rhynchophorol in association with sugar cane and those baited with rhynchophorol in association with pieces of pineapple, showed no significant differences in the number of trapped weevils. However, both traps caught significantly more weevils, than those baited with rhynchophorol in association with pineapple volatiles. There were no significant effects from place and time or in the number of male and female weevils trapped.

  11. Efeito da idade e do repouso pós-colheita de frutos de pepino na semente armazenada

    OpenAIRE

    Barbedo,Claudio José; Barbedo,Adeliana Saes Coelho; Nakagawa,João; Sato,Osvaldo

    1999-01-01

    Para avaliar os efeitos da idade e do repouso pós-colheita de frutos de pepino (Cucumis sativus L.) de duas cultivares, Pérola (espinhos escuros) e Rubi (espinhos claros), sobre as alterações na qualidade fisiológica das sementes durante o armazenamento, conduziu-se um experimento em Botucatu, SP e Bandeirantes, PR, durante quatro anos. Os frutos foram colhidos desde os 15 ('Rubi') ou 20 ('Pérola') dias até 45 dias após a antese, permanecendo em repouso pós-colheita por 0, 5, 10 e 15 dias, an...

  12. Produção e qualidade de frutos de mirtileiros sob diferentes intensidades de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    André Luiz Külkamp de Souza

    2014-12-01

    Full Text Available O sistema de poda do mirtileiro (Vaccinium ashei Read utilizado no país se fundamenta em estudos realizados em locais com condições edafoclimáticas distintas da nossa realidade. Assim, foram avaliadas diferentes intensidades de poda de frutificação em dois genótipos de mirtileiro, e seus efeitos na produção e na qualidade dos frutos. O experimento foi conduzido em pomar comercial, localizado em Pelotas-RS. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados completos, em esquema fatorial (2x4, com quatro repetições. Plantas de sete anos de idade, do grupo Rabbiteye, cultivares 'Briteblue' e 'Woodard', foram submetidas às intensidades de poda leve, moderada, drástica e sem poda (testemunha nos anos de 2010 e 2011, no período de repouso hibernal (primeira quinzena de agosto. Foram avaliadas a produção média por planta, sendo estimada a produtividade por área, peso fresco, diâmetro, teor de sólidos solúveis, pH e acidez titulável dos frutos. De acordo com os resultados, a intensidade de poda tem efeito sobre a antecipação da colheita. Com a decorrência de uma maior intensidade de poda, houve uma tendência de aumento do tamanho dos frutos. Para mirtileiros Briteblue, há decréscimo de produtividade, conforme se aumenta a intensidade de poda. Mirtileiros Briteblue são mais produtivos e apresentam maior matéria fresca de fruto do que Woodard.

  13. Contribuição dos frutos no conteúdo de massa seca e nutrientes na melancieira fertirrigada com diferentes doses de N e P

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Max Venicius Teixeira da Silva

    2014-07-01

    Full Text Available 800x600 Na cultura da melancia, a nutrição mineral é um dos fatores que mais contribuem na produtividade e qualidade dos frutos. O delineamento experimental utilizado foi em blocos inteiramente casualizados em arranjo fatorial com cultivo em faixas (4 x 4 + 2, resultando em 32 tratamentos, com 3 repetições.Os tratamentos foram formados por quatro doses de nitrogênio – N (N1 - 0; N2 - 48; N3 - 121; N4 - 218 kg ha-1 combinadas com quatro doses de fósforo – P2O5 (P1 - 0; P2 - 88; P3 - 220; P4 - 397 kg ha-1 em esquema fatorial, com duas cultivares de melancia nas subparcelas em faixas. Os frutos da cultivar Olímpia participaram com mais da metade da matéria seca  total da planta, já a cultivar leopard, os frutos tiveram menos de50% na participação do matéria seca total da planta. O potássio foi o nutriente mais acumulado nos frutos em ambas as cultivares, seguindo do nitrogênio e calcio. Na cultivar Olímpia, os frutos do tratamento 2 teve um maior acúmulo de N, P e K em relação aos demais tratamentos, já o calcio e magnésio foram mais acumulado nos frutos do tratamento 3, na cultivar Leopard, os frutos do tratamento T3 acumularam maior quantidade de N e P, o tratamento 1 foi Ca e Mg e o Tratamento 2 acumulou maior quantidade de potássio. Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

  14. Bioprospecção de macroalgas marinhas e plantas aquáticas para o controle da antracnose do feijoeiro Bioprospecting of marine seaweeds and aquatic plants for controlling the bean anthracnose

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme Fernandes de Abreu

    2008-02-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi testar o efeito local, residual e sistêmico, de extratos de 17 espécies de macroalgas marinhas e de duas plantas aquáticas, sobre a antracnose do feijoeiro. Para tanto, os espécimes foram coletados, identificados, secos em estufa (50ºC/ 48 h, moídos e seus compostos extraídos com etanol. Plantas de feijoeiro (Phaseolus vulgaris cv. Uirapuru foram cultivadas em vasos, em casa-de-vegetação. Os 19 extratos foram subdivididos e testados em duas etapas de seleção e comparação independentes, utilizando-se o delineamento inteiramente ao acaso, com cinco repetições (vasos com três plantas. As plantas foram pulverizadas com extratos na concentração de 50 mg de peso seco/mL quando apresentavam o primeiro trifólio expandido. Para verificar o efeito local, as plantas foram inoculadas com uma suspensão de 1,2 x 10(6 conídios/mL 4 horas após o tratamento, enquanto que para o estudo do efeito residual e sistêmico, as plantas foram inoculadas 7 dias após o tratamento. A severidade da antracnose foi avaliada 7 dias após a inoculação (dai na planta inteira e no trifólio não tratado (efeito sistêmico, utilizando-se uma escala de 1 a 9. As algas e plantas que reduziram significativamente a severidade da doença foram comparadas em experimento avaliado aos 7 e aos 12 dai. O extrato de Bryothamnion seaforthii apresentou efeito local, reduzindo em 35% a severidade da antracnose, enquanto o extrato de Ulva fasciata demonstrou efeito residual com redução de 22% na doença aos 12 dai. Somente os extratos de Lemna sp. e U. fasciata reduziram sistemicamente a severidade de doença aos 7 dai na ordem de 55 e 44%, respectivamente, em relação à testemunha. O possível modo de ação desses extratos é discutido.The goal of this work was to test the local, residual as well as systemic effect of extracts from 17 marine seaweeds and two aquatic plant species against the bean anthracnose. For that, specimens were

  15. Ácido giberélico na produção de frutos partenocárpicos de pimenta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tofanelli Mauro Brasil Dias

    2003-01-01

    Full Text Available A presença de sementes em frutos, dependendo da espécie, pode ser dispensável ou até mesmo indesejável ao consumo e à culinária, como seria o caso, por exemplo, de algumas pimentas. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de ácido giberélico (GA3 na produção e nas características de frutos partenocárpicos em plantas de pimenta "escabeche" (Capsicum baccatum L.. A semeadura foi realizada em bandejas de poliestireno expandido e o plantio das mudas em estrutura plástica com irrigação por gotejamento. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro tratamentos (0; 700; 1.400 e 2.800 mg L-1 de GA3. Foram feitas duas aplicações de GA3: a primeira quando as plantas estavam em plena floração e a segunda aos 10 dias após a primeira aplicação. Observou-se que o GA3 favoreceu a produção de frutos partenocárpicos (94,6% com 2.100 mg L-1 de GA3, diminuiu a produção de frutos (87,1 g fruto/planta com 2.250 mg L-1 de GA3, aumentou a altura da planta (168,0 cm com 2.450 mg L-1 de GA3, porém, prejudicou as características comerciais dos frutos. É possível produzir frutos partenocárpicos com a aplicação de GA3 em pimenta "escabeche", porém esta técnica não foi agronomicamente viável.

  16. Qualidade do fruto do coqueiro anão verde em função de nitrogênio e potássio na fertirrigação Quality of green fruits of "anão verde" coconut in relation to doses of nitrogen and potassium via fertigation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miguel Ferreira Neto

    2007-10-01

    Full Text Available Objetivou-se, com este trabalho, estudar os efeitos de doses de N e K fornecidos via fertirrigação na qualidade de frutos de coco (Cocos nucifera L. cultivar Anão Verde do Jiqui, com 7 anos de cultivo, em Neossolo Quartizarênico dos tabuleiros costeiros. O estudo foi conduzido no município de Parnamirim, RN, no período de abril de 2003 a março de 2004, em blocos ao acaso, com 4 repetições. Para composição dos tratamentos utilizou-se a matriz experimental Plan Puebla III, composta da combinação de doses de nitrogênio e de potássio, cujas fontes foram a uréia e o cloreto de potássio, respectivamente, obtendo-se 10 tratamentos no intervalo de 256 a 4874 g planta-1 ano-1 de N e de 258 a 4872 g planta-1 ano-1 de K2O aplicados via fertirrigação por microaspersão. A qualidade do fruto foi avaliada com base no peso médio, volume de água, ºBrix e salinidade (condutividade elétrica da água de coco. O peso médio do fruto não foi influenciado pelas doses de N e K aplicadas e aumento das doses de N provocaram redução do volume, do ºBrix e elevaram o pH da água, enquanto as doses de K reduziram a salinidade e aumentaram o ºBrix da água de coco.The objective of this study was to evatuate the effects of doses of N and K applied via fertigation on quality of green fruits of coconut (Cocos nucifera L. cultivar Anão Verde of Jiqui, 7 years old in a Quartzarenic Neosol of Coastal Table Lands. The study was carried out in the municipality of Parnamirim, in the State of Rio Grande do Norte - Brazil, during April, 2003 to March, 2004. The experiment was conducted in a randomized block, using for the combination of treatments the Plan Puebla III experimental matrix, consisting of 10 combinations of doses of nitrogen and potassium supplied through urea and potassium chloride, respectively. The doses of N varied from 256 to 4874 g plant-1 year-1 and that of K²O from 258 to 4872 g plant-1 year-1 applied via fertigation by micro

  17. Nutrição mineral de macieira. VI. acúmulos de nutrientes pelos frutos

    OpenAIRE

    Trani, P.E.; Haag, H.P.; Dechen, A.R.; Sarruge, J.R.; Catani, C.B.

    1981-01-01

    Numa plantação de macieira, constituída dos cultivares 'Ohio Beauty' e 'Brasil', localizada em um Latossol Vermelho Escuro Orto no município de Buri, SP, foram coletados frutos com a idade de 20 a 120 dias de arvores com 1,5; 3,5; 4,5 e 6,5 anos de idade. O material coletado após secagem a 80°C foi analisado para N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn. Os autores concluiram que os cultivares diferem na extração de nutrientes nos frutos coletados em diferentes estádios de desenvolvimento. Os a...

  18. Caracterização imunoquímica da ACC (ácido 1-carboxílico-1-aminociclopropano oxidase em frutos climatéricos Immunochemical characterization of ACC (1-aminocyclopropane-1-carboxilic acid oxidase in climacteric fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia CHAVES

    1997-12-01

    Full Text Available Com o objetivo de caracterizar, por via imunoquímica, a enzima ACC (ácido 1-carboxílico-1-aminociclopropano oxidase em frutos climatéricos, foram preparados anticorpos policlonais específicos para esta proteína. Utilizou-se, como antígeno, uma proteína recombinante, produzida em Escherichia coli K38/pGP1,2, contendo o vetor de expressão pT7-7A4 no qual foi inserido um clone de DNA da ACC oxidase. A especificidade dos anticorpos foi demonstrada pela técnica de "Western blot", a partir de extratos protéicos de maçãs e tomates em diferentes estágios de maturação. Verificou-se que o aumento da produção de etileno, quando os frutos passaram do estágio pré-climatérico para o climatérico, está diretamente correlacionada com o aumento da síntese da ACC oxidase. Em estágios de maturação mais avançados houve uma redução da produção de etileno e da atividade ACC oxidase, mas esta proteína continuava presente. Quando o "Western blot" foi realizado com tomates transgênicos, onde a produção de etileno e a síntese da ACC oxidase foram inibidos em mais de 95%, nenhuma reação imunoquímica foi detectada. O conjunto de resultados obtidos indica que os anticorpos detectam especificamente ACC oxidase.Polyclonal antibodies were prepared to characterize the enzyme ACC (1-aminocyclopropane-1-carboxilic acid oxidase from climateric fruits. The antigen was a recombinant protein obtained from an Escherichia coli K38/pGP1,2, which contained the expression vector pT7-7A4 with one ACC oxidase DNA clone inserted. Antibody specificity was demonstrated by the Western blot technique with protein extracts from apples and tomatoes in different maturation stages. It was observed that the increase in ethylene production which happened when the fruits changed from pre-climateric to climateric stage is directly correlated with an increase in ACC oxidase syntesis. In more advanced maturation stages there was a reduction in ethylene production and

  19. A aplicação de nitrogênio ao solo em diferentes estádios não afetou o rendimento de frutos de cultivares de macieira Application of nitrogen to the soil in different stages did not affect on fruit yield of apple cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Roberto Ernani

    2000-04-01

    Full Text Available Tanto o excesso quanto a deficiência de N causam efeitos negativos na produtividade e na qualidade dos frutos de macieira. Como a taxa de absorção de N pelas árvores de macieira é afetada pela demanda das mesmas, dentro da estação de crescimento, e pelo N disponível no solo, é importante conhecer a necessidade da adição suplementar desse nutriente e a melhor época para aplicá-lo. O presente trabalho objetivou avaliar o efeito da época de aplicação de N ao solo na produtividade de frutos de duas cultivares de macieira. Os experimentos, um para a Gala e outro para a Fuji, foram conduzidos de 1990 a 1996, em Vacaria, RS, num pomar plantado em 1988, na densidade de1481 árvores ha-1, sobre um Latossolo bruno com 4,0% de matéria orgânica, 60% de argila e pH 6,9. Os tratamentos constaram de 50kg de N ha-1 nos três primeiros anos, e 60kg de N ha-1 nas outras três safras, aplicados no inchamento das gemas (IG, ou na queda de pétalas (QP, ou dividido 2/3 no IG + 1/3 na QP, ou 2/3 na QP + 1/3 trinta dias após. O N foi sempre aplicado sobre a superfície do solo, sem incorporação, numa faixa de 2,0m ao longo da fila de plantio. Houve também um tratamento sem a aplicação de N. A produtividade média anual de frutos variou de 40 a 112t ha-1 para a cultivar Gala e de 38 a 76t ha-1 para a Fuji, e a produtividade média da Gala, no período, foi 35% superior à da Fuji. A aplicação de N ao solo, independentemente da época, não teve efeito na produtividade de frutos, no tamanho das brotações, na concentração de N nas folhas e no diâmetro do tronco das duas cultivares. Presume-se, portanto, que a quantidade de N liberada a partir da decomposição da matéria orgânica do solo foi suficiente para atender à demanda das plantas e permitir uma alta produtividade de frutos de macieira.Excess or deficiency of N have deleterious effects on apple yield and fruit quality. Since the rate of N uptake by apple trees depends on crop

  20. Qualidade de fruto e produtividade de pessegueiros submetidos a diferentes épocas de poda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michél Aldrighi Gonçalves

    2014-01-01

    Full Text Available Com o presente trabalho objetivou-se avaliar as características produtivas de diferentes genótipos de pessegueiro (Prunus persica (L. Batsch., submetidos a podas em épocas distintas na região de Pelotas-RS. O experimento foi conduzido em uma área experimental pertencente à Embrapa Clima Temperado (CPACT, durante os anos de 2009 e 2010. Os tratamentos foram compostos de combinações de três épocas de poda [poda de inverno (PI, poda de inverno mais poda de verão (PIV e poda de verão (PV] e três genótipos [Cascata 805, Cascata 834 (BRS Kampai e Cascata 952 (BRS Rubimel], resultando em nove tratamentos distintos. Para as variáveis firmeza de frutos, pH, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, relação SS/AT e cor, não foi verificada interação entre os fatores estudados. Os frutos de BRS Kampai apresentaram maior firmeza, assim como a poda apenas no período de verão. O genótipo BRS Kampai apresentou frutos com maior SS e AT dentre os estudados e as plantas de BRS Kampai e BRS Rubimel apresentaram frutos com coloração vermelha mais intensa de epiderme, independentemente da época de poda. Verificou-se que a poda apenas no período de verão induziu à produção de frutos menores. Os genótipos BRS Kampai e BRS Rubimel apresentaram produtividades semelhantes, independente do sistema de poda aplicado. Em geral, as características físico-químicas dos frutos não são alteradas com as variações de época de poda estudadas. No entanto, as variáveis de qualidade física e as relacionadas com a produção sofrem influência direta da época de poda.

  1. Boro em abacaxizeiro 'Pérola' no norte fluminense: teores, distribuição e características do fruto Boro in pineapple plants 'pérola' in the north fluminense: contents, distribution and characteristics of the fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Susana Cristine Siebeneichler

    2008-09-01

    Full Text Available A correta avaliação do estado nutricional de uma planta e a correção das suas deficiências são fatores importantes para a obtenção de frutos de excelente qualidade e alta produtividade. Este trabalho objetivou avaliar o efeito da aplicação do boro sobre seus teores, distribuição na planta e características dos frutos, além de discutir a faixa de B considerada adequada para o abacaxizeiro. Determinou-se a variação do teor de B em partes das folhas 'D' ao longo do ciclo de crescimento de plantas de abacaxi. O experimento foi conduzido no município de São Francisco do Itabapoana-RJ, em solo Argissolo Amarelo álico. Constou de cinco tratamentos: sem aplicação de B; pulverizações mensais de bórax, no período pré-indução floral, durante seis meses; pulverizações mensais de bórax, no período pós- indução floral, durante seis meses; pulverizações mensais de bórax, no período de seis meses pré e pós-indução floral e aplicação de B, na axila das folhas basais da planta, 30 dias antes da indução floral. Utilizou-se o delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. A solução de B utilizada na aplicação foliar foi de Bórax a 0,3%, e nas axilas das folhas foi aplicado 0,5g de Bórax. Cada amostra consistiu de cinco folhas 'D', coletadas aos 230; 300; 370; 450 e 520 dias após o plantio. A aplicação foliar de B determinou tendência de aumento no teor de sólidos solúveis totais do fruto de abacaxi. O peso e o tamanho do fruto não foram significativamente influenciados pelos tratamentos. No geral, a maior concentração de B foi observada na porção apical da folha, e a menor, na porção aclorofilada. As aplicações foliares de bórax aumentaram os teores de B nas porções mediana e apical das folhas, mas não alteraram os teores nas porções aclorofilada e basal. As concentrações de boro bem abaixo do limite inferior da faixa considerada adequada, obtidas em folhas de abacaxizeiro

  2. Casca do fruto da mamoneira como substrato para as plantas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guilherme E. Machado Lopes

    2011-06-01

    Full Text Available A casca do fruto da mamoneira (CFM é um resíduo gerado, em grande quantidade, no beneficiamento da mamona. O objetivo desta pesquisa foi avaliar as características físicas e químicas da CFM e seu efeito, como substrato, para plantas. A avaliação das características da CFM foi realizada em um experimento fatorial (2x3, constituído da combinação de dois tipos de casca (CFM in natura e compostada e três granulometrias (peneiras 3, 5 e 10 mm de malha, em delineamento de blocos ao acaso. Os teores de macro e micronutrientes, condutividade elétrica (CE, pH, densidade seca (DS, densidade úmida (DU, porosidade total (PT e espaço de aeração (EA foram avaliados. A avaliação da CFM como substrato para plantas foi realizada, utilizando-se mudas de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill. e estacas de pingo-de-ouro (Duranta repens L. como espécies indicadoras. Para o cultivo de mudas de tomateiro, a CFM, na granulometria de 3 mm, in natura, ou compostada, foi misturada com Plantmax® em cinco proporções [0:100; 25:75; 50:50; 75:25; 100:0 (v/v]. Para o enraizamentode pingo-de-ouro, estacas foram plantadas em CFM, in natura, ou compostada, de três granulometrias (3, 5 e 10 mm. A CFM compostada, na granulometria de 3 mm, apresentou as características físicas mais adequadas. A CFM in natura apresentou efeitos negativos, sendo inadequada como substrato. A CFM compostada permitiu obter 100% de germinação e mudas normais de tomateiro, bem como estacas enraizadas de pingo- de- ouro, podendo, portanto, ser utilizada como substrato, pura, ou em misturas.

  3. Estratégia para uniformização da maturação de frutos do cafeeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Santinato

    2017-12-01

    Full Text Available A desuniformidade de maturação do cafeeiro é um dos principais problemas para realização eficiente da colheita mecanizada. Isto pois, dependendo do sistema de colheita adotado, eleva a quantidade de frutos verdes colhidos ou a quantidade de frutos secos caídos naturalmente. Uma das estratégias para driblar esta dificuldade é a utilização de “maturadores” capazes de retardar ou acelerar o processo do amadurecimento, visando maior uniformidade na maturação dos frutos. O presente estudo objetivou determinar a correta forma de utilização do retardador da biossíntese do etileno, quanto à dose e ao modo de aplicação, avaliando a uniformidade da maturação dos frutos, a eficiência de colheita e a quantidade de frutos no estádio cereja colhidos. Os tratamentos foram dispostos no esquema fatorial 3 x 2 + 1, delineados em blocos casualisados, com quatro repetições. Os tratamentos foram três modos de aplicação do produto Mathury® (planta inteira, 50% e 30% da parte superior da planta, duas doses (10,0 e 5,0 L ha-1, além de uma testemunha em que não aplicou-se o produto. O retardador deve ser aplicado em toda a planta, na dose de 5,0 L ha-1,pois eleva a porcentagem de frutos cereja na planta e colhidos, e a eficiência de colheita.

  4. PREFERÊNCIA SENSORIAL DE COMPOTA E DOCE DE FRUTA EM CALDA ELABORADOS COM FIGO EM FUNÇÃO DO MODO DE PREPARO

    OpenAIRE

    Caetano, Priscilla Kárim; FCA/UNESP; Mendonça, Veridiana Zoocoler de; FCA/UNESP; Daiuto, Érica Regina; Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA/UNESP-Botucatu); Vieites, Rogério Lopes; FCA/UNESP

    2015-01-01

    Objetivou-se nesta pesquisa verificar a preferência sensorial entre compota e doce em calda de figo calda em função do modo de preparo. Foram realizados três tratamentos: compota de figo - tratamento térmico por 20 minutos, sem cozimento do fruto na calda (T1), doce de figo em calda - tratamento térmico dos frutos por 10 minutos e cozimento dos frutos na calda por 10 minutos (T2) e doce de figo em calda - sem tratamento térmico e cozimento do fruto na calda por 20 minutos (T3).  A calda utili...

  5. L-ascorbic acid, β-carotene and lycopene content in papaya fruits (Carica papaya with or without physiological skin freckles Conteúdo de ácido l-ascórbico, β-caroteno e licopeno em frutos de mamão (Carica papaya com e sem mancha fisiológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Marelli de Souza

    2008-01-01

    Full Text Available The Skin Freckles is a papaya skin disorder that depreciates de fruit appearance and hampers its commercialization, although not lowering its nutritive value. Being the papaya a good source of ascorbic acid, β-carotene and licopene this research aimed at determining L-ascorbic acid, β-carotene and licopene content in papaya fruits, from 'Formosa' and 'Solo' group varieties, with and without apparent physiological skin disease (skin freckles. Fruits were harvested in the Southeast Region of Brazil. L-ascorbic acid content was determined by titration technique. β-carotene and licopene contents were determined by high performance liquid chromatography technique (HPLC. L-ascorbic acid content in papaya fruits ranged from (59.9 ± 3.4 mg 100 g-1 to (112.4 ± 12.6 mg 100 g-1 in fresh papaya pulp. β-carotene content ranged from (0.19 ± 0.07 mg 100 g-1 to (0.56 ± 0.09 mg 100 g-1 and that of licopene ranged from (1.44 ± 0.28 mg 100 g-1 to (3.39 ± 0.32 mg 100 g-1 in fresh papaya pulp. L-ascorbic acid contents of papaya fruits with skin disease averaged 7.0 mg 100 g-1 to 10.0 mg 100 g-1 higher than those of papaya fruits without skin freckles (P A Mancha Fisiológica do Mamão (MFM é uma desordem da casca do mamão, que deprecia a aparência do fruto e prejudica a sua comercialização, embora não prejudique o seu valor nutritivo. Considerando ser o mamão, uma boa fonte de ácido L-ascórbico, b-caroteno e licopeno, esta pesquisa visou determinar o índice destes componentes em frutas de mamão, das variedades do grupo 'Formosa' e 'Solo', com e sem Mancha Fisiológica do Mamão (MFM aparente na pele. As frutas foram colhidas na região do sudeste de Brasil. O teor de ácido L-ascórbico foi determinado pela técnica de titulação. Os índices do b-caroteno e do licopeno foram determinados pela técnica de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC. O teor de ácido L-ascórbico variou de (59,9 ± 3,4 mg 100 g-1 a (112,4 ± 12,6 mg 100 g-1

  6. Nutrição mineral e qualidade do fruto do abacaxizeiro e do maracujazeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jesus Aular

    2014-12-01

    Full Text Available Vários fatores influenciam a produtividade e a qualidade dos frutos do abacaxizeiro e do maracujazeiro, dentre os quais se destacam: o clima, o solo e as práticas de adubação e de irrigação. A nutrição mineral é essencial para elevar a produtividade e melhorar a qualidade dos frutos; no entanto, há poucas informações sobre o efeito da adubação nestas duas frutíferas, especialmente sob condições tropicais. O objetivo desta revisão foi compilar e apresentar os principais resultados de pesquisas, nas quais foi avaliada a influência da nutrição mineral sobre a qualidade destas duas frutíferas. Consideraram-se as informações publicadas recentemente em revistas científicas, sendo as mesmas apresentadas para os macronutrientes de forma individual, em seguida para N-P-K e, por último, para os micronutrientes. A revisão da literatura mostrou que é difícil afirmar que algum elemento favorece ou não determinada característica dos frutos do abacaxizeiro e do maracujazeiro, já que os resultados são variáveis ou existe pouca informação. Em função disso, mais do que deixar estabelecidos os efeitos dos elementos minerais sobre a qualidade dos frutos, o que chama a atenção é a necessidade de pesquisar sobre este tema.

  7. Modificações do método gravimétrico não enzimático para determinar fibra alimentar solúvel e insolúvel em frutos Modifications in the gravimetric non enzymatic method for determination of soluble and insoluble dietary fiber in fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nonete Barbosa Guerra

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Modificações do tratamento da amostra e da seqüência operacional do método gravimétrico não enzimático foram realizadas, com vistas a simplificá-lo e permitir a quantificação das frações solúvel e insolúvel da fibra alimentar total. MÉTODOS: A influência da liofilização foi inicialmente avaliada em amostras de goiaba e, posteriormente, em acerola, manga, pinha, sapoti e uva. As modificações inerentes à seqüência metodológica foram testadas nos referidos frutos e em abacaxi, caju, maracujá e morango. RESULTADOS: As médias de fibra alimentar total obtidas para goiaba liofilizada e não liofilizada: 10,47%±1,15 e 10,53 %±0,88, respectivamente, demonstram: boa reprodutibilidade do método e inexistência de diferenças significativas entre os tratamentos aplicados à goiaba e demais frutos. Diferentemente do constatado na determinação da Fibra Alimentar Insolúvel, cujo percentual variou de 99,6% para o caju a 54,0% para a acerola, os dados gerados para a fibra alimentar solúvel foram desconsiderados, dada a dispersibilidade apresentada. CONCLUSÃO: Estes resultados evidenciam que as amostras prescindem da liofilização e que a quantificação da Fibra Alimentar Solúvel requer ajustes na etapa de precipitação.OBJETIVES: Modifications in the treatment of samples and operational sequence of the gravimetric non enzymatic method were carried out in order to simplify it and allow the quantification of soluble and insoluble quantities of the total dietary fiber. METHODS: Lyophilization influence was first evaluated in guava samples and afterward in samples of acerola, mango, sugar apples, sapodilla and grapes. The mentioned fruits and also pineapple, cashew, passion fruit and strawberry were tested for the modifications intrinsic in the methodological sequence. RESULTS: The average total dietary fiber for guava, both lyophilized and non-lyophilized, were: 10.50% ±0.97 and 10.53% ±0.88, respectively

  8. Morfologia do fruto, semente e plântula de Eschweilera ovata (Cambess. Miers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rute Gregório de Oliveira

    2012-06-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5902/198050985744O estudo morfológico de sementes e plântulas, com o objetivo de obter um maior conhecimento de suas estruturas, além de fornecer informações sobre a germinação, viabilidade, armazenamento e métodos de semeadura, auxilia a análise do ciclo vegetativo das espécies, fornecendo informações relativas à identificação. O principal objetivo deste trabalho foi desenvolver metodologia de identificação morfológica de frutos, sementes e plântulas de imbiriba (Eschweilera ovata (Cambess. Miers, por meio de descrições e ilustrações das características morfológicas externas e internas. Os frutos e as sementes foram colhidos no Parque Estadual de Dois Irmãos, no município de Recife-PE e conduzidos em sacos de polietileno para o Laboratório de Sementes do Departamento de Agronomia da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Foi realizada caracterização morfológica dos frutos, sementes e plântulas, sendo tomadas as medidas de comprimento e largura. A descrição foi feita com auxílio do microscópio estereoscópico binocular. As sementes foram desinfestadas com solução de hipoclorito de sódio a 5% durante cinco minutos e semeadas em substrato sobre vermiculita, esterilizado e umedecido com solução de nistatina a 0,2%. Constatou-se que os frutos constituem-se em um pixídio, fruto seco, em forma de sino. As sementes de imbiriba apresentam arilo funicular lateral e endosperma abundante, possuem germinação hipógea, sendo a plântula classificada como criptocotiledonar, ocorrendo poliembrionia em torno de 4%.

  9. Desenvolvimento de frutos e sementes de tamarindo Development of tamarind fruits and seeds

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kátia Cristina de Oliveira Gurjão

    2006-12-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar as mudanças físicas e fisiológicas ocorridas durante o desenvolvimento de frutos e sementes de tamarindo. Foram selecionadas árvores de um pomar localizado na Escola Agrotécnica Federal de Sousa-PB, com 50% das inflorescências em antese, cujos ramos, contendo flores abertas, foram marcados, e as colheitas realizadas aos 20; 40; 70; 100; 130; 160; 190; 220; 250; 270 e 280 dias após a antese. A cada colheita, os frutos e as sementes foram submetidos às seguintes avaliações: comprimento, largura e espessura dos frutos e sementes (cm; massa da matéria seca dos frutos e sementes (g; teor de água das sementes (%; teste de germinação (%. As plantas de tamarindo levaram aproximadamente 280 dias após a antese para completar o ciclo desde a floração até a colheita, período representado pelo crescimento, maturação e o amadurecimento dos frutos. O crescimento dos frutos de tamarindo pode ser descrito por um modelo sigmoidal simples. A maturação fisiológica dos frutos de tamarindo ocorreu no período entre 270 e 280 dias após a antese, coincidindo com o desprendimento natural da planta-mãe e a maturação das sementes, aos 277 dias após a antese.The objective of this work was to evaluate the physical and physiologic changes happened during the development of tamarind fruits and seeds. Trees of a located orchard were selected at the Federal Agrothechnic School of Sousa-PB, with 50% of the inflorescences in anthesis, which branches, containing open flowers, were marked and the crops were accomplished to the 20, 40, 70, 100, 130, 160, 190, 220, 250, 270 and 280 days after anthesis. To each crop, fruits and seeds were submitted to the following evaluations: length, width and thickness of fruits and seeds (cm; fruits and seeds dry matter mass (g; seeds water content (% and germination test (%.Tamarind plants took approximately 280 days after anthesis to complete the cycle from blooming to crop

  10. Qualidade de frutos de acessos de umbu-cajazeira (Spondias sp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Perla J. S. Gondim

    2013-11-01

    Full Text Available Os frutos da umbu-cajazeira (Spondias sp. são amplamente consumidos frescos ou processados, em decorrência de suas características sensoriais, apresentando-se com boas perspectivas de cultivo e comercialização. No entanto, a avaliação da qualidade pós-colheita de frutos de acessos das suas áreas de ocorrência se faz necessária, no sentido não apenas de identificar materiais com características promissoras de interesse para a indústria ou consumo fresco, mas também para dar suporte aos programas de melhoramento. Neste trabalho foram avaliados frutos colhidos na maturidade comercial (coloração totalmente amarela de oito acessos provenientes do município de Areia, Brejo paraibano, quanto às características físicas e físico-químicas. A massa fresca média dos frutos dos acessos avaliados foi de 28,82 g e o rendimento médio em polpa foi de 68,5%. Com base na análise de componentes principais, o acesso A2 se destacou por apresentar conteúdos superiores de sólidos solúveis (12,9% e açúcares redutores (10,9%, mais baixa acidez titulável (0,94% de ácido cítrico e superior relação SS/AT (13,75, indicando que este acesso pode ser uma alternativa viável, tanto para o mercado de frutas frescas como para o processamento.

  11. Tipologia de frutos e síndromes de dispersão de um fragmento de Cerrado sensu stricto da APA do Gama e Cabeça de Veado e montagem de Coleção Didática de frutos – Carpoteca - doi: 10.5102/ucs.v9i1.1385

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Cátia Schaffer

    2011-07-01

    Full Text Available Com o objetivo de realizar um levantamento tipológico de frutos e síndromes de dispersão de um fragmento de Cerrado sensu stricto, e montar uma carpoteca, o presente trabalho partiu da premissa de que o Cerrado apresenta alta diversidade de frutos e estratégias de dispersão. Os frutos foram coletados na APA do Gama e Cabeça de Veado (Brasília-DF, entre os meses de agosto de 2009 a maio de 2010. A coleta foi feita pelo método de caminhamento com busca ativa por espécimes maduros. Os frutos foram classificados de acordo com a consistência, deiscência e as síndromes de dispersão, e divididos em grupos, tipos e subtipos. Foram coletados 79 frutos, sendo 70 frutos simples, 7 múltiplos e 2 compostos; 43 deiscentes e 36 indeiscentes; 53 secos e 26 carnosos. Anemocoria foi a síndrome de dispersão prevalecente. A diversidade florística encontrada no fragmento garantiu elevada variabilidade de formas de frutos para a carpoteca.

  12. Seasonal changes and content of sodium in main organs of European plum trees (Prunus domestica L., fruit size and yield as affected by rootstocks on acidic soilMudanças sazonais no teor de sódio dos órgãos, tamanho do fruto e produção da ameixeira européia (Prunus domestica L. em função de porta-enxertos em solo ácido

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nebojsa Milosevic

    2012-05-01

    Full Text Available In the present study, the seasonal changes of Na content of shoots, flower buds and flowers, and fruit weight and yield of two European plum cultivars (‘Cacanska Lepotica’ and ‘Cacanska Najbolja’ budded on Myrobalan (Prunus cerasifera Ehrh. and Stanley rootstocks were analyzed after 6-8 years of planting on acidic sandy-loam soil. The Na content of the shoots and flower buds of each rootstock/cultivar combination varied during season, and the highest content in above organs was observed in May and August, respectively. The effect of rootstocks on the examined parameters was variable due to the strong rootstock/cultivar/year interaction observed. The shoots and flower buds of cultivars budded on Stanley and Myrobalan rootstocks gave the highest and lowest Na content, respectively, whereas the highest Na content in flowers registered in ‘Cacanska Lepotica’ on Myrobalan. The content of Na in the plum organs suggests the following trends: 1-year old shoots > 2-year-old shoots > flower buds > flowers. There were no statistically significant correlations among plum organs with respect to Na content. The Principal Component Analysis showed that Stanley rootstock had a higher Na accumulation and distribution capacity than Myrobalan rootstock in plum trees. Finally, content of Na in the main organs of plum trees and acidic soil have not a negative effect on fruit weight and yield of plum cultivars, since these properties were respectable. Neste estudo, foram analisadas as mudanças sazonais do teor de Na nos ramos, botões florais e flores, bem como no peso dos frutos e na produtividade de duas cultivares de ameixeiras européias (‘Cacanska lepotica’ e ‘Cacanska najbolja’ enxertadas sobre os porta-enxertos Myrobalan (Prunus cerasifera Ehch. e Stanley, aos 6-8 anos após o plantio em solo ácido areno-argiloso. O conteúdo de Na nos ramos e nos botões florais para cada combinação de copa/porta-enxerto teve a variação durante a

  13. Características de carcaça de cordeiros Morada Nova alimentados com diferentes níveis do fruto-refugo de melão em substituição ao milho moído na dieta Carcass traits of Morada Nova lambs fed different levels of melon fruit-refuse in substitution of ground corn in the diet

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    R.G. Costa

    2011-04-01

    Full Text Available Foram avaliados as características de carcaça e os rendimentos dos cortes comerciais e realizada avaliação tecidual de 20 cordeiros Morada Nova alimentados com dietas contendo fruto-refugo de melão em substituição a 0, 30, 60 ou 100% do milho moído. Os animais, com peso médio inicial de 15 kg e 6 meses de idade, foram mantidos confinados em baias individuais e abatidos com peso médio de 26 kg. Utilizou-se um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (níveis de substituição do milho por fruto-refugo de melão e cinco repetições. Não foram observadas diferenças significativas no peso de corpo vazio, no peso de carcaça quente e fria, nos rendimentos de carcaça quente e fria nem no rendimento biológico. Também não foi verificado efeito significativo da inclusão de fruto-refugo de melão nas dietas sobre os rendimentos dos cortes comerciais (pescoço, costela, paleta, lombo e a perna e as concentrações de músculo, osso e gordura. A substituição do milho moído por fruto-refugo do melão nas dietas não prejudica as características quantitativas de carcaça de cordeiros Morada Nova e consiste numa boa alternativa na alimentação de ovinos de corte em terminação.This experiment evaluated carcass traits and yields of comercial cuts and tissue evaluation of 20 Morada Nova lambs fed diets with fruit-refuse of melon replacing 0, 30, 60 or 100% of ground corn. The animals with 15 kg of initial body weight and at 6 six months of age were kept confined in individual pens and slaughtered with 26 kg of weight. It was used a completely randomized experimental design, with four treatments (levels of ground corn replaced by melon fruit-refuse and five replicates. It was not observed any significant differences for empty body weight, hot and cold carcass weight, yields of hot and cold carcass, and biological yield. Neither it was noted significant effect of inclusion of melon fruit-refuse in the diets

  14. Preservação dos atributos físicos de frutos de atemoia cv. Gefner com o uso de 1-MCP e atmosfera modificad

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gláucia Michelle Cosme Silva

    2014-12-01

    Full Text Available O interesse comercial pela atemoia vem aumentando cada vez mais no Brasil. O aumento da atividade respiratória, acompanhado por modificações rápidas na composição física dos frutos podem inviabilizar sua distribuição a mercados distantes. Neste contexto, objetivou-se com o presente trabalho avaliar os atributos físicos em frutos de atemoia tratados com 1-metilciclopropeno (1-MCP e atmosfera modificada associados à refrigeração. O experimento foi instalado em delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x5, sendo quatro concentrações de 1-MCP (0; 200; 400 e 600 ŋL L-¹ e cinco períodos de avaliação após a colheita, em intervalo de cinco dias, com quatro repetições e quatro frutos por unidade experimental. As atemoias foram colhidas em pomar comercial, no município de Matias Cardoso-MG, no estádio de maturação fisiológica, lavadas, sanitizadas e secas ao ar, depois tratadas com as concentrações de 1-MCP por oito horas, em temperatura ambiente. Logo após, quatro frutos foram dispostos em bandejas de poliestireno expandido. Alguns permaneceram sem membrana, enquanto outros foram embalados com membrana plástica de PEBD 16µm. As variáveis avaliadas nos frutos foram: perda de biomassa fresca, firmeza, concentração de CO2, etileno e coloração da casca. O uso da atmosfera modificada e do 1-MCP, associados ou não, foi eficiente no atraso do amadurecimento dos frutos, permitindo a conservação de sua qualidade física. Frutos tratados com 1-MCP apresentaram-se mais firmes, além da preservação da coloração, verificada através da luminosidade, cromaticidade e ângulo Hueº, que se mostraram superiores quando comparados aos frutos não tratados.

  15. Características de frutos do meloeiro variando número e posição de frutos na planta Yield and quality of muskmelon varying fruit number and position in the plant, in protected cultivation

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Cleiton F de Queiroga

    2009-03-01

    Full Text Available O trabalho foi conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Universidade Federal de Viçosa, de 26/09/05 a 24/01/06, onde se objetivou avaliar a produtividade e a qualidade de frutos do meloeiro, variando número e posição de frutos na planta. Os tratamentos constaram de número de frutos por planta (1 e 2 e posição de fixação de frutos na planta (entre 5(0 e 8(0 nós e 15(0 e 18(0 nós. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso no esquema fatorial 2 x 2, com 5 repetições. Utilizou-se a 'Coronado F1', variedade reticulatus do grupo Cantaloupe, cultivada em vasos plásticos de 11,5 dm³ preenchidos com fibra de coco comercial. Plantas com um fruto apresentaram maior duração do período de colheita, área foliar (AF (5(0 - 8(0 nó, massa média de frutos (MMF, reticulação da casca (RC, espessura da polpa (EP, comprimento (CF e diâmetro de frutos (DF, sólidos solúveis totais (SST, açúcares solúveis totais (AST, açúcares não redutores (ANR e menor produtividade comercial (PCF. A condução com frutos fixados entre os 15(0 e 18(0 nós, comparado a frutos fixados entre os 5(0 e 8(0 nós, proporcionou maior número de dias para iniciar e terminar a colheita, AF, MMF, PCF, EP, CF e DF (em plantas com 1 fruto, índice de maturação, AST, ANR e menor RC, acidez total titulável e concentração de açúcares redutores.The study was carried out in a greenhouse of the Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais State, Brazil, from 26/09/05 to 24/01/06, to evaluate the yield and quality of the melon fruit, varying the number and position of fruits on the plant. The treatments consisted of fruit number per plant (1 and 2 and fruit position in the plant (5th - 8th node and 15th - 18th node. A randomized block design was used, in a 2 x 2 factorial scheme, with 5 replications. The 'Coronado F1', variety reticulatus of the Cantaloupe group was cultivated in 11.5 dm³ plastic pots with commercial coconut

  16. Avaliação da qualidade microbiológica de frutos minimamente processados comercializados em supermercados de Fortaleza Evaluation of microbiological quality of fruits minimally processed commercialized in supermarkets in Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neuma Maria de Souza Pinheiro

    2005-04-01

    Full Text Available O processamento mínimo tem sido descrito como a manipulação, o preparo, embalagem e a distribuição de produtos agrícolas, através de procedimentos como seleção, limpeza, lavagem, descascamento e corte, que não afetem suas características organolépticas, agregando valor aos mesmos. Vários fatores limitam o consumo destes produtos, os quais estão envolvidos na sua vida útil, tais como: aumento da respiração e da produção de etileno, escurecimento enzimático, descoloração da superfície, perda de água e, sobretudo, alterações microbiológicas. No presente trabalho, o enfoque foi dado a este ultimo fator. Foram analisadas 20 amostras de goiaba, manga, melão japonês, mamão formosa e abacaxi minimamente processados e comercializados em supermercados da cidade de Fortaleza-CE, considerando-se a quantificação de coliformes totais, fecais, bolores e leveduras, e detecção de bactérias potencialmente patogênicas, tais como Salmonella sp e Staphylococcus coagulase positivo. Através dos resultados deste trabalho, permitiu-se sugerir a necessidade de controle de qualidade, observando as boas práticas de fabricação, para posterior implementação de um sistema preventivo de APPCC, análise de perigos e pontos críticos de controle, para se assegurar um produto saudável e seguro para o consumidor.Minimal processing has been described as handling, preparing, packing, and distribution of agricultural products, throughout certain procedures, such as selection, cleaning, peeling and cutting, that do not affect the sensory characteristics of the products, aggregating value to them. There are some factors that limit the consumption of these products related to their shelf-life, such as increasing of respiration rate and of ethylene production, enzymatic browning, surface white discoloration, water loss and microbiological changes. This work has focused on this last factor. Twenty samples of guava, mango, melon var. "japon

  17. O comércio de frutos de tucumã (Astrocaryum aculeatum G. Mey - Arecaceae nas feiras de Manaus (Amazonas, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriano Amir Didonet

    2014-06-01

    Full Text Available Tucumã é uma palmeira amazônica. A polpa dos frutos é comestível sem cozimento e muito apreciada como recheio de sanduíches na culinária regional, possui alto valor nutritivo e destaque no teor de vitamina A. O presente estudo teve como objetivo avaliar aspectos da comercialização dos frutos e da polpa de tucumã em feiras e mercados de Manaus. Durante o estudo de um ano, foram levantadas as procedências e preços dos frutos e estimada a quantidade comercializada em seis feiras e mercados de Manaus. Os dados de procedência, quantidade, preço e outras informações relacionadas foram obtidos através da aplicação mensal de um questionário semiestruturado aos comerciantes. O preço real e sua evolução histórica, desde 1995, foram deduzidos por comparação com estudos anteriores. Entre maio de 2011 e abril de 2012, os frutos foram provenientes de 20 diferentes localidades a uma distância de até mil km de Manaus. Os locais mais citados foram os municípios de Itacoatiara, Terra Santa, Rio Preto da Eva, Autazes e a bacia do Rio Madeira. A alternância das procedências garantiu o abastecimento contínuo ao longo do ano. Entretanto, uma redução do número de procedências e da quantidade de frutos comercializados foi verificada entre setembro e novembro. A sazonalidade da oferta foi refletida nos preços dos frutos e da polpa. Durante os 12 meses, foi comercializado um total de 367,8 toneladas de frutos, com 30,7 toneladas de média mensal. Cerca da metade (53% desta quantia foi descascada durante a jornada de trabalho dos feirantes e comercializada apenas a polpa. Neste estudo e baseado em informações anteriores, tucumã foi sempre um dos frutos mais caros dos mercados de Manaus. Entre 1995 e 2012, os valores reais aumentaram substancialmente, tanto da saca (230%, com cerca de 41 kg, como da dúzia de frutos (316% e do kg da polpa (253%. Os resultados indicam que o mercado de tucumã continua em expansão. Aparentemente, a

  18. PÓS-POSITIVISMO: FRUTO DO CLÁSSICO EMBATE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lunara Farias Lima

    2013-06-01

    Full Text Available O trabalho exposto visa reverenciar o pós-positivismo como justificação da Teoria do Direito Contemporâneo, sendo defendida como resultado histórico e axiológico de jusfilosofias que marcaram o Estudo do Direito, sendo elas: Direito Natural ou Jusnaturalismo e o Direito Positivo ou Juspositivismo. Assim, para se alcançar os objetivos que esse artigo propõe foi feito um pequeno escorço histórico de ambas as filosofias com intento de facilitar a compreensão do leitor, reverenciando seus principais fomentadores e tecendo comentários pessoais diante do exposto. Desse modo, fizemos com que o operador do Direito tivesse acesso, em uma linguagem simples e prática, aos conhecimentos que envolvem essa fascinante matéria. Como método foi utilizada a revisão bibliográfica, com doutrinadores contra e a favor, porém nos filiamos à argumentação de que o pós-positivismo é sim, fruto do clássico embate, sendo o filho de emblemáticos jusfilosofias.

  19. Caracterização físico-química de frutos de novos híbridos e linhagens de mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ronielli Cardoso Reis

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar genótipos de mamoeiro quanto às suas características físicas e físico-químicas, para identificar os mais promissores como novas cultivares comerciais. Foram realizadas análises de comprimento, diâmetro, diâmetro da cavidade interna, massa do fruto, espessura da polpa, firmeza do fruto com casca, firmeza da polpa, cor da polpa, acidez titulável, sólidos solúveis, pH, carotenoides totais e vitamina C em 22 genótipos. Observou-se variação significativa entre os genótipos para as características comprimento e massa dos frutos. Em relação à firmeza dos frutos com casca, 12 genótipos apresentaram firmeza superior à das cultivares comerciais Tainung No 1 e Sunrise Solo. A análise de correlação indicou que frutos com maior comprimento, diâmetro e diâmetro da cavidade interna tendem a apresentar maior peso e espessura de polpa, enquanto frutos com maiores teores de sólidos solúveis tendem a apresentar maior razão sólidos solúveis/acidez titulável, vitamina C e carotenoides totais. A linhagem L72, do grupo Solo, e o híbrido H36.45, do grupo Formosa, apresentam frutos com características físicas e físico-químicas semelhantes ou superiores às das cultivares comerciais Sunrise Solo e Tainung No 1, respectivamente, e, portanto, são promissoras para o mercado.

  20. MORFOLOGIA DO FRUTO E DA SEMENTE DE TRÊS ESPÉCIES DE Senna Mill. (LEGUMINOSAE - CAESALPINIOIDEAE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ely Simone Cajueiro Gurgel

    2014-08-01

    Full Text Available O fruto característico de Leguminosae é o legume, entretanto há uma variabilidade de tipos na família. Este estudo objetivou descrever a morfologia dos frutos e das sementes de Senna obtusifolia (L. H.S.Irwin & Barneby, S. occidentalis (L. Link. e S. tapajozensis (Ducke H.S.Irwin & Barneby. Retirou-se, aleatoriamente, uma amostra constituída de 25 frutos e 25 sementes para a descrição. Dos frutos, registrou-se a morfologia geral, a classificação, a coloração, a textura, a consistência e o indumento do pericarpo. Os caracteres morfológicos das sementes analisadas foram: a externos: consistência, cor e textura da testa, forma das sementes, posição e forma do hilo e da micrópila; b internos: testa; endosperma; embrião quanto ao tipo; forma e cor. As espécies estudadas apresentaram frutos do tipo legume ou folículo, de forma linear e largamente linear, pericarpo seco, cartáceo e sublenhoso, glabro a olho nu, em tons castanhos. Semente obovada, suborbicular, elipsoidal com um lado reto ou irregularmente rômbico, testa em tons castanhos ou acinzentados, pleurograma completo, quando presente, hilo punctiforme e orbicular, embrião axial, foliáceo, eixo embrionário reto e oblíquo, plúmula rudimentar. As características do indumento do pericarpo e pleurograma possibilitaram a separação das espécies estudadas. Palavras-chave: Senna obtusifolia, S. occidentalis, S. tapajozensis, Cassieae, Cassiinae. DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n2p80-86

  1. Morangos produzidos no semiárido de Minas Gerais: qualidade do fruto e da polpa congelados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ariane Castricini

    2017-08-01

    Full Text Available Resumo O congelamento de morangos inteiros ou em polpa pode fornecer matéria-prima para sua utilização em iogurtes, recheios, coberturas, sorvetes e sucos, fora da safra. Entretanto, ainda que o consumo não seja in natura, a qualidade do produto final deve ser satisfatória. Objetivou-se avaliar a qualidade de morangos produzidos no Semiárido de Minas Gerais, congelados inteiros e em polpa, durante o armazenamento. Frutos das cultivares Tudla, Oso Grande, Albion e Portola foram produzidos em Mocambinho, distrito de Jaíba-MG, após a colheita, foram lavados, embalados (inteiros ou polpa a vácuo e congelados por até 180 dias. Os tratamentos foram constituídos por cultivares (c e dias de armazenamento (d, constituindo fatorial duplo c × d, em que se utilizaram três repetições de 10 frutos por parcela ou três polpas embaladas, para as avaliações de frutos congelados inteiros e em polpa, respectivamente. A intensidade da cor vermelha dos morangos inteiros ou em polpa reduziu-se durante o armazenamento (redução de °hue; quando inteiros, ‘Tudla’, ‘Oso Grande’ e ‘Portola’ foram vermelhos mais claros que ‘Albion’, mas, em polpa, não ocorreu diferença entre ‘Tudla’ e ‘Albion’. Morangos ‘Oso Grande’ armazenados inteiros ou em polpa tiveram maior teor de sólidos solúveis em relação àqueles das demais cultivares, e ‘Portola’, o menor teor e a menor acidez titulável (quando inteiros. ‘Tudla’ apresentou frutos e polpa mais ácidos. Durante o armazenamento de morangos congelados inteiros ou em polpa, produzidos no Semiárido de Minas Gerais, ocorreram modificações nos parâmetros cor, sólidos solúveis e acidez titulável.

  2. Assessment of fructooligosaccharides production from sucrose in aqueous and aqueous-organic systems using immobilized inulinase from Kluyveromyces marxianus NRRL Y-7571 Avaliação da produção de fruto-oligossacarídeos a partir de sacarose em meio aquoso e orgânico usando inulinase imobilizada de Kluyveromyces marxianus NRRL Y-7571

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Vaz Alves Risso

    2012-06-01

    Full Text Available This work investigated the fructooligosaccharides (FOS synthesis by immobilized inulinase obtained from Kluyveromyces marxianus NRRL Y-7571 in aqueous and aqueous-organic systems using sucrose as substrate. The sequential strategy of experimental design was used to optimize the FOS conversion in both systems. For the aqueous-organic system, a 2(6-2 fractional design was carried out to evaluate the effects of temperature, sucrose concentration, pH, aqueous/organic ratio, enzyme activity, and polyethylene glycol concentration. For the aqueous system, a central composite design for the enzyme activity and the sucrose concentration was carried out. The highest fructooligosaccharides yield (Y FOS for the aqueous-organic system was 18.2 ± S0.9 wt%, at 40 ºC, pH 5.0, sucrose concentration of 60% (w/w, enzyme activity of 4 U.mL-1, and aqueous/organic ratio of 25/75 wt%. The highest Y FOS for the aqueous system was 14.6 ± 0.9 wt% at 40 ºC, pH 5.0, sucrose concentration of 60 wt%, and enzyme activity of 4.0 U.mL-1.Este trabalho teve como objetivo investigar a síntese de fruto-oligossacarídeos (FOS a partir de inulinase imobilizada de Kluyveromyces marxianus NRRL Y-7571, em meio aquoso e orgânico usando sacarose como substrato. A estratégia sequencial de planejamento experimental foi utilizada para otimizar a produção de FOS em ambos os sistemas. Para o meio orgânico, um planejamento fatorial fracionário 2(6-2 foi utilizado, visando avaliar os efeitos principais da temperatura, concentração de sacarose, pH, razão molar água/solvente orgânico, atividade da enzima e concentração de polietilenoglicol. Para o sistema aquoso, um planejamento composto central, tendo como variáveis independentes a atividade da enzima e a concentração de sacarose, foi utilizado. A maior produção de FOS foi obtida no sistema orgânico (18,2 ± 0,9% (m/v, a 40 ºC, pH 5.0, concentração de sacarose de 60% (m/m, atividade enzimática de 4 U.mL-1 e raz

  3. Composição química do óleo fixo obtido dos frutos secos da [Chamomilla recutita (L. Rauschert] produzida no município de Mandirituba, PR.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    N.P. Pereira

    Full Text Available A camomila [Chamomilla recutita (L. Rauschert], é uma planta empregada na indústria de medicamentos, cosméticos e alimentos. Os frutos secos da camomila conhecidos por "sementes" são provenientes dos capítulos florais, dos quais pode-se extrair um óleo fixo rico em ácidos graxos insaturados. Através da técnica de extração com hexano em dispositivo de soxhlet, foi obtido o óleo bruto dos frutos secos da camomila em 19% de rendimento. O óleo foi caracterizado pela técnica de CG-EM, revelando um elevado teor de ácido linoleico na sua composição. Portanto, o óleo oriundo dos frutos secos da camomila vem a ser uma matéria-prima potencialmente útil na dermo-farmácia.

  4. Efeito da "mancha-chocolate" nas características físico-químicas e químicas de frutos de abacaxizeiro-'Pérola'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    BOTREL NEIDE

    2002-01-01

    Full Text Available A "mancha-chocolate" constitui-se de um novo problema surgido na cultura do abacaxi, cuja causa não foi ainda determinada. Caracteriza-se pelo escurecimento da polpa, tornando o fruto impróprio para a comercialização. A proposta desse trabalho foi caracterizar as transformações físico-químicas e químicas que ocorrem em um fruto afetado pela "mancha-chocolate" a fim de subsidiar futuras pesquisas. Estudaram-se frutos da cultivar Pérola, provenientes de Miranorte'- Tocantins, em quatro estádios de maturação (estádio 1- verde; estádios 2 e 3 -- intermediários; e o estádio 4- maduro. Todos os frutos foram cortados no sentido vertical, sendo posteriormente efetuada uma avaliação visual das lesões decorrentes da "mancha-chocolate", separando-se frutos afetados e aparentemente sadios. Os frutos afetados foram separados em três categorias: frutos com manchas fracas (MF, frutos com manchas moderadas (MM e frutos com manchas intensas (MI . Foram feitas as seguintes avaliações: teores de compostos fenólicos, polifenoloxidase, peroxidase, vitamina C, acidez titulável, sólidos solúveis, pH, açúcares totais, redutores e não redutores. Verificou-se que os sintomas da "mancha-chocolate" se intensificaram nos frutos mais maduros e caracterizavam-se por apresentar um aumento acentuado no teor de compostos fenólicos e maiores atividades para as enzimas polifenoloxidase e peroxidase, o que conferiu ao problema um distúrbio de natureza fisiológica. Menores teores de vitamina C e de açúcares totais também foram observados nos frutos com manchas severas, quando comparados aos frutos com manchas fracas e os aparentemente sadios.

  5. Nariz eletrônico: tecnologia não-destrutiva para a detecção de desordem fisiológica causada por impacto em frutos de tomate Electronic nose: a non-destructive technology to screen tomato fruit with internal bruising

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Celso Luiz Moretti

    2000-03-01

    Full Text Available Frutos de tomate (Lycopersicon esculentum Mill., cv. Solar Set, foram colhidos no estádio verde-maduro (100% da superfície com coloração verde e tratados com 100 µL.L-1 de etileno gasoso a 20°C. Após atingirem o estádio verde-rosado (menos de 10% da superfície do fruto com coloração vermelha ou amarelo-tanino, parte dos frutos foram submetidos a uma queda de 0,40 m sobre uma superfície plana e lisa. Posteriormente, os frutos submetidos ao impacto e os não-submetidos foram armazenados a 20°C e 85-95% de umidade relativa até estarem completamente amadurecidos. Os frutos com e sem injúrias mecânicas foram então colocados individualmente no frasco de amostragem do "nariz eletrônico" e os doze sensores iniciaram a detecção dos compostos emanados pelos frutos. Os dados foram submetidos à análise discriminante multivariada. O grau de dissimilaridade entre os tratamentos foi definido utilizando-se a distância de Mahalanobis. As diferenças encontradas nos frutos com e sem injúria mecânica foram significativas (PTomato (Lycopersicon esculentum Mill fruits, 'Solar Set', were harvested at the mature-green stage (green color in 100% of the fruit surface and gassed with 100mL.L-1 of ethylene at 20°C. At the breaker stage (less than 10% of the fruit surface is red or tannin-yellowish, fruit were dropped from a 40 cm height onto a smooth surface. Following impact, fruits were stored at 20°C and 85-95% relative humidity until table-ripe stage. Bruised and unbruised fruit were then placed individually inside the electronic nose-sampling vessel and the twelve conducting polymer sensors were lowered into the vessel and exposed to the volatile given off by the fruit. Data were analyzed employing multivariate discriminant analysis (MVDA, which maximizes the variance between treatments. The degree of dissimilarity was defined using the Mahalanobis distance The differences found between bruised and unbruised fruit were highly significant (P

  6. Caracterização biométrica, física e química de frutos da palmeira bocaiuva Acrocomia aculeata (Jacq Lodd

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Janet Sanjinez-Argandoña

    2011-09-01

    Full Text Available Frutos de palmeira bocaiuva (Acrocomia aculeata (Jacq. Lodd., coletados em Dourados (MS e Presidente Epitácio (SP, foram analisados quanto ao aspecto biométrico, a composição química e as características físicas, visando a avaliar seu potencial alimentício. Os frutos de bocaiuva das regiões de procedência não apresentaram diferenças significativas entre si nas características biométricas. O rendimento médio da polpa foi de 42% em relação ao fruto inteiro, sendo superior ao encontrado na literatura para outros frutos de palmeiras. As determinações físicas e químicas da polpa dos frutos das regiões de Mato Grosso do Sul e São Paulo caracterizam a polpa como sendo pouco ácida (pH 5,70 a 6,29. As amostras de Dourados - MS, foram consideradas mais doces (14,53% de açúcares redutores totais e com maior teor de vitamina C (34,57 mg.100 g-1 em relação às amostras de Presidente Epitácio-SP (11,46 mg.100 g-1. Porém, a intensidade da cor amarelo-laranja foi maior na polpa dos frutos de Presidente Epitácio (SP, sugerindo maior conteúdo de carotenoides.

  7. Remoção de sólidos em suspensão na água residuária da despolpa de frutos do cafeeiro em filtros constituídos por pergaminho de grãos de café submetido a compressões Removal of suspended solids in the wastewater of the coffee shrub cherry pulping by filters constituted by parchment of the coffee beans subjected to compressions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio T. de Matos

    2006-08-01

    Full Text Available A remoção de sólidos em suspensão é fundamental para que se possa aplicar a água residuária gerada na despolpa de frutos do cafeeiro (ARC na fertirrigação de culturas agrícolas. Dentre as opções disponíveis para efetuar a remoção de SS da ARC, está o uso de filtros orgânicos. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a influência do grau de compressão na redução do volume e na eficiência do pergaminho, utilizado como material filtrante, na remoção de sólidos em suspensão (SS na ARC. Numa primeira etapa, foram realizados ensaios nos quais corpos-de-prova de pergaminho triturado (retido entre as peneiras de 2,5 e 3 mm e não-triturado (na condição em que é produzido foram submetidos a diferentes compressões para a redução do volume das colunas filtrantes em 5; 10; 15; 20; 25 e 28%. Numa segunda etapa, os corpos-de-prova foram utilizados como material filtrante da ARC para a avaliação da sua capacidade de remoção de SS presentes nessa água residuária. O pergaminho triturado ofereceu maior resistência à compressão e proporcionou, para as mesmas reduções volumétricas no material filtrante, maior eficiência na remoção de SS da ARC do que o pergaminho não-triturado. Reduções na faixa de 10% a 15% no volume do filtro constituído por pergaminho triturado foram suficientes para obter satisfatórias eficiências na remoção de SS da ARC, enquanto, para filtros constituídos de pergaminho não-triturado, as reduções de volume devem ser superiores a 25%.The removal of suspended solids (SS is fundamental to apply the wastewater from the coffee shrub cherry pulping (ARC on agricultural crops fertigation. Among the available options for the removal of SS from ARC is the use of organic filters. This study was carried out to evaluate the influence of the compression degree on either volume reduction or parchment efficiency, when used as medium filter for the removal of suspended solids (SS in

  8. Caracterização do ataque da broca dos frutos do pequizeiro Characterization of the attack of the pequi fruit borer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Sergio Nascimento Lopes

    2003-12-01

    Full Text Available O extrativismo dos frutos de pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae é uma importante opção de renda, alimento e emprego para as populações que vivem nas regiões de Cerrado em todo Brasil. Entretanto, a oferta natural desses frutos encontra-se ameaçada por diversos fatores, entre estes, destaca-se uma séria praga, Carmenta sp. (Lepidoptera: Sesiidae, que os torna impróprios para o consumo. Diante disso, o presente estudo objetivou conhecer algumas características do inseto responsável, bem como a forma de ataque aos frutos de pequizeiro, os danos causados e sintomas característicos. Este trabalho foi realizado através da análise de frutos de pequizeiro coletados aleatoriamente, tanto na planta como no solo, na vegetação do tipo Cerrado nos municípios de Montes Claros, Norte de Minas e Itumirim, Sul de Minas, em Minas Gerais. No primeiro município foram colhidos frutos aproximadamente entre 80-120 dias após a antese (DAA, enquanto no segundo, em duas épocas, 45 e 90 DAA. Em cada município, época e local de coleta (planta ou solo foram coletados 50 frutos para análise. As características avaliadas foram: diâmetro longitudinal e transversal, percentagem de frutos danificados, número de lagartas por fruto e número de crisálidas por fruto. Após a análise dessas características, foram anotados e documentados fotograficamente os estágios de desenvolvimento do inseto quanto ao comprimento, coloração e morfologia, bem como os sintomas do ataque. A partir desse trabalho pode-se concluir que a lepidobroca dos frutos de pequizeiro pode provocar danos à produção superior a 50%, destruindo todo o interior dos frutos que se tornam imprestáveis para o consumo. Os frutos mais atacados são os mais jovens, sendo mais comum encontrar uma só lagarta em seu interior.The extractivism of pequi fruits (Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae is an important option of income, food and employment for the populations

  9. Efeito da concentração de coagulantes e do pH da solução na turbidez da água, em recirculação, utilizada no processamento dos frutos do cafeeiro Effects from the concentration of coagulants and pH solution on the turbidity of the recirculating water used in the coffee cherry processing

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio T. Matos

    2007-08-01

    Full Text Available Com o objetivo de determinar a dose e a faixa de pH dos coagulantes sulfato de alumínio (SA, sulfato ferroso clorado (SFC, cloreto férrico (CF e extrato de semente de moringa (ESM, que proporcionassem maior eficiência na remoção da turbidez na água residuária da despolpa de frutos do cafeeiro (ARDC, após serem efetuadas cinco recirculações, foram conduzidos ensaios de coagulação/floculação utilizando o aparelho "Jar-test". Todos esses coagulantes foram avaliados nas concentrações de 0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5 e 3,0 g L-1. No caso da solução preparada com ESM, as doses utilizadas foram: 0; 10; 20; 30; 40; 50 e 60 mL L-1. O pH da solução em teste foi alterado, utilizando-se do hidróxido de sódio (NaOH, na concentração de 0,3 mol L-1, sendo avaliadas as faixas de 4,0 a 5,0; 5,0 a 6,0; 6,0 a 7,0 e 7,0 a 8,0. No ensaio de coagulação/floculação, o ESM proporcionou maior remoção de SS (sólidos em suspensão da ARDC com a dose de 10 mL L-1 e pH de 4,27 (natural. Para os coagulantes SA e CF, os melhores resultados foram obtidos com a concentração de 3 g L-1 e pH de 7,27 e, para o coagulante SFC, com a concentração de 3 g L-1 e pH de 4,27.Aiming the determination of the dose and pH range of the coagulants aluminum sulfate (AS, chlorinated ferrous sulfate (CFS, ferric chloride (FC and Moringa oleifera seed extract (MSE that would provide a higher efficiency in removing the turbidity from the coffee cherry pulping wastewater (CPW, five recirculations were accomplished and the coagulation/flocculation assays were conducted, by using the Jar-test device. The concentrations (0; 0.5; 1.0; 1.5; 2.0; 2.5 and 3.0 g L- 1 were evaluated. In the case of the MSE-prepared solution, the following doses were used: 0; 10; 20; 30; 40; 50 and 60 mL L-1. The pH of the solution under test was changed, by using the sodium hydroxide (NaOH at the concentration of 0.3 mol L-1, whereas the ranges from 4.0 to 5.0; 5.0 to 6.0; 6.0 to 7.0; and 7

  10. Consumo alimentar de frutos do cerrado, fontes de vitamina A, por moradoras de comunidades das cidades satélites do Distrito Federal

    OpenAIRE

    Pinto, Paula Cristina Rodrigues

    2006-01-01

    INTRODUÇÃO - Com base na relevância do estudo sobre frutos do Cerrado como fontes de vitamina A,o trabalho visa uma descrição do consumo alimentar desses frutos, as formas de utilizá-los como fonte alimentar, o acesso a eles e possíveis motivos culturais que impeçam seu consumo por mulheres que participaram de cursos de artesanato oferecidos em Cidades Satélites do Distrito Federal. MÉTODOS - Esta é uma análise descritiva do consumo alimentar das frutas do Cerrado pelas participantes de curso...

  11. Efeito larvicida de extratos etanólicos de folhas secas e frutos maduros de Melia azedarach (Meliaceae) sobre Aedes albopictus

    OpenAIRE

    Rossi, Juliana C. N.; Prophiro, Josiane S.; Mendes, Anderson M.; Kanis, Luiz A.; Silva, Onilda S.

    2007-01-01

    Neste trabalho determinou-se o efeito larvicida de extratos etanólicos de frutos maduros e folhas secas de Melia azedarach em Aedes alpopictus silvestres. Os bioensaios de letalidade foram realizados de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde. Não foi observada diferença significativa entre as concentrações letais determinadas entre o 3º e 4º estágios para os diferentes extratos, entretanto, as LC90 e LC95 demonstram a maior letalidade do extrato obtido de frutos maduros. ...

  12. Caracterização físico-química de frutos de clones de doviális (Dovyalis abyssinica Warb

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Antonio Alberto da Silva

    2011-10-01

    Full Text Available A Doviális é uma fruta exótica originária da África, de coloração laranja-avermelhada e elevada acidez. No Brasil, foi propagada via sementes na Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro-SP, pela FCAV/UNESP a partir de uma planta introduzida da Flórida-USA, sendo selecionada uma planta por apresentar frutos com menor acidez. Esta planta, denominada doviális 'Romana', encontra-se em plena produção e vem sendo propagada vegetativamente. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de utilização dos frutos de dovialis para o mercado de fruta fresca ou industrial, considerando as características físicas e físico-químicas dos frutos. Este estudo preliminar é inédito, pois há poucos estudos de aproveitamento dos frutos de doviális na literatura. Os resultados mostraram que a acidez dos frutos da doviális 'Romana' (1,76 % de ácido cítrico foi significativamente inferior aos da planta introduzida (5,5 % de ácido cítrico. Os frutos da doviális 'Romana' também apresentaram 'ratio' elevado (7,55 e coloração da polpa tendendo para o amarelo-esverdeado (a*=9,01, b*= 33,15, significativamente diferentes da polpa da planta introduzida. Em geral, não houve diferenças significativas em rendimento em polpa (79%, sólidos solúveis (12 ºBrix, diâmetros transversal (26 mm e longitudinal (23 mm. Desta forma, podemos sugerir que os frutos da doviális 'Romana' apresentam aptidão tanto para o mercado ao natural como para a produção de doces e sucos. Já os frutos da planta introduzida, face à elevada acidez e coloração atrativa, destinam-se à produção de doces e sucos. O aspecto visual da fruta e o sabor característico da doviális 'Romana' abrem potenciais mercados para a diversificação da produção comercial na fruticultura exótica.

  13. Efeito da carga pendente na qualidade de frutos de laranjeira 'Valência' Effect of crop loading on quality of 'Valencia' orange fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thiago Franco Duarte

    2011-09-01

    Full Text Available Algumas espécies de citros apresentam produção irregular ao longo dos anos. Além da safra irregular, a alternância de produção pode interferir na qualidade dos frutos, característica cada vez mais valorizada pelo mercado citrícola. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da carga pendente na qualidade dos frutos da laranjeira 'Valência'. O experimento foi conduzido com laranjeiras 'Valência' enxertadas em tangerineiras 'Cleópatra' em condição de campo. Em janeiro de 2007, metade das plantas teve todos os seus frutos retirados, enquanto a outra metade permaneceu intacta. As plantas que tiveram seus frutos retirados apresentaram, em setembro de 2007, floração mais intensa e, portanto, uma Alta Carga de frutos (AC, 752 frutos/árvore em 2008, quando comparadas às plantas que não tiveram seus frutos retirados, que apresentaram Baixa Carga de frutos (BC, 317 frutos/árvore. Os frutos maduros, colhidos em dezembro de 2008, foram analisados quanto à massa, teor de sólidos solúveis, acidez titulável, espessura e cor da casca, teor de suco e número de sementes. Na safra seguinte, de 2009, as avaliações das características físicoquímicas dos frutos foram repetidas nas mesmas árvores, mas durante quatro momentos entre o período de frutificação e a colheita, em novembro de 2009. Na safra de 2008, houve diferença na massa individual dos frutos com valores de 172 e 158g nas plantas BC e AC, respectivamente. O teor de sólidos solúveis, acidez titulável, teor de suco nos frutos, espessura da casca e o índice tecnológico foram semelhantes entre os tratamentos, nas safras de 2008 e 2009. Entretanto, vale considerar que, como a produção de frutos nas plantas AC, na safra de 2008, foi 2,2 vezes maior se comparada às das plantas BC (AC: 2,9 caixas/planta e BC: 1,3 caixa/planta, a quantidade total de sólidos solúveis produzida por planta também foi maior. Não houve influência da carga pendente de frutos no teor de a

  14. Desenvolvimento dos frutos nas espécies selvagens de amendoim (Arachis spp. Fruit development in wild species of peanut

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cândida H. T. Mendes Conagin

    1959-01-01

    Full Text Available As espécies selvagens de amendoim apresentam frutos completamente diferentes dos frutos do amendoim cultivado (Arachis hypogaea L.. Nesta espécie os frutos têm duas a cinco sementes justapostas dentro de uma única loja; externamente são observadas constrições na casca do fruto as quais em alguns casos se acentuam não chegando, entretanto, a produzir unia separação entre as sementes. Nas espécies selvagens os frutos apresentam duas sementes apenas, completamente separadas uma da outra por uma constrição muito profunda ou mesmo por um istmo de comprimento variável. Para êsses frutos foi adotada a denominação de "frutos catenados" e o estudo de seu desenvolvimento foi feito nas espécies Arachis monticola Krapovickas et Rigoni e A. villosa Benth. var. correntina Burk. O ovário, unilocular, tem normalmente dois óvulos. A futura separação das duas sementes se origina num tecido intercalar que se forma em ovários ainda jovens e que separa em duas a cavidade inicial única. Êste tecido tem a estrutura de um "peg" e, como êle, desidrata-se durante o processo de amadurecimento do fruto, tomando-se sêco e quebradiço; por essa razão, ao colhêr os frutos, a maioria dêles se apresenta unisseminado. Em 50% dos casos os óvulos se desenvolvem igualmente, conduzindo à formação de frutos com duas sementes. Quando os dois óvulos não se desenvolvem ao mesmo tempo, é mais freqüente o colapso do óvulo apical, cujo crescimento é paralisado cm diversos estados de desenvolvimento; isto conduz à formação de frutos com apenas uma semente ou com uma semente abortada. Além dessas duas, as seguintes espécies apresentam frutos catenados: Arachis Diogoi Hoehne f. typica Hoehne, A. glabrata Benth., A. pusilla Benth., A. marginata Gardn. (segundo Burkart, A. prostrata Benth. (segundo Burkart, e mais três espécies ainda não identificadas, mas que constam da coleção da Seção de Citologia como V. 44, V. 82 e V. 85. A V. 44 deve

  15. Caracterização do fruto de ameixa silvestre (Ximenia americana L. Wild plum fruit characterization (Ximenia americana L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Geomar Galdino da Silva

    2008-06-01

    Full Text Available A Caatinga nordestina apresenta diversificada riqueza em espécies vegetais. No entanto, a potencialidade dessas espécies como fonte de nutrientes importantes para dieta humana ainda é muito pouco conhecida. Dentre estas espécies, encontra-se a ameixa silvestre (Ximenia americana L.. O presente trabalho teve como objetivo caracterizar os frutos da ameixa silvestre em dois estádios de maturação. Os frutos foram colhidos na Caatinga próxima ao município de Mossoró-RN, em dois estádios de maturação, verde (casca verde e maduro (casca amarela, sendo 90 frutos para cada estádio. Para a caracterização do fruto, realizaram-se as seguintes análises: massa fresca, comprimentos longitudinal e transversal, rendimento de polpa, vitamina C, sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, pH e relação SS/AT. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, com dois tratamentos e seis repetições de 15 frutos para cada parcela. O fruto da ameixa silvestre é de formato arredondado, suculento e apresenta uma única semente tipo amêndoa. Considerando a polpa, ocorre mudança de coloração, passando da cor verde para a amarela, à medida que o fruto amadurece. Este fruto é considerado rica fonte de vitamina C que se encontra naturalmente na Caatinga nordestina, assim como um fruto com elevados teores de sólidos solúveis e acidez.The Brazilian Caatinga vegetation presents a large variety of vegetal species. However, the potentiality of these species as an important source of nutrients for the human diet is still not so known. Among these species, there is the wild plum (Ximenia americana L.. The present work aimed to characterize the fruits of the wild plum in two ripening stages. The fruits were harvested in the Brazilian Caatinga vegetation next to the Mossoró-RN city, in two ripening stages, green (green rind and ripe (yellow rind, being 90 fruits for each stage. For the fruit characterization, the following analyses were done: fresh

  16. EFEITO DA ADUBAÇÃO N, P E K NO TEOR DE SÓLIDOS SOLÚVEIS TOTAIS DE FRUTOS DE GOIABEIRA (Psidium guajava L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    William NATALE

    2009-07-01

    Full Text Available

    RESUMO: Com o objetivo de estudar os efeitos da adubação nitrogenada, fosfatada e potássica sobre o teor de sólidos solúveis totais de frutos de goiabeira, foram realizados seis ensaios de campo, utilizando-se plantas das cultivares rica e paluma, em duas regiões produtoras do Estado de São Paulo, durante três anos. Os resultados mostraram que o grau Brix dos frutos não foi significativamente afetado pelas doses de N, P ou K, durante todo o ensaio. Os frutos da cv. Rica apresentaram valores de sólidos solúveis totais entre 8,0 e 10,8, enquanto a cv. Paluma apresentou teores entre 8,4 e 9,65. PALAVRAS – CHAVE: Goiaba; nutrição; Brix; fertilizante N, P e K.

  17. Influência do repouso pós-colheita de frutos na qualidade fisiológica de sementes de mamão

    OpenAIRE

    Martins, Gabriela Neves; Silva, Roberto Ferreira da; Pereira, Messias Gonzaga; Araújo, Eduardo Fontes; Posse, Sheila Cristina Prucoli

    2006-01-01

    Para avaliar a influência do repouso pós-colheita de frutos de mamão, sobre as alterações na qualidade fisiológica das sementes, este trabalho foi conduzido no Laboratório de Fitotecnia no Setor de Produção e Tecnologia de Sementes da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, em Campos dos Goytacazes-RJ. As sementes dos genótipos Solo e Formosa provenientes de frutos hermafroditas, foram colhidos no estádio de maturação II (1/4 fruto maduro). A extração das sementes foi realiza...

  18. Dados biométricos de frutos e sementes de Hymenaea courbaril var. stilbocarpa (Hayne Y. T. Lee & Langenh e H. martiana Hayne

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabrielle Rodrigues Cunha-Silva

    2012-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2012v25n3p121   O Cerrado apresenta alta biodiversidade de espécies, porém estimativas indicam que 48% de sua vegetação já foram desmatados ou alterados. Diante deste cenário, há iminente demanda para recuperação de áreas degradadas, e estudos que visem conhecer a biometria das espécies nativas são relevantes para este propósito. Este trabalho objetivou caracterizar a biometria de frutos e sementes de Hymenaea courbaril var. stilbocarpa e H. martiana, e comparar as características biométricas de diferentes espécies do mesmo gênero para auxiliar na identificação taxonômica destas espécies. No entorno do município de Itapuranga – GO foram amostradas cinco árvores matrizes de H. courbaril var. stilbocarpa e três de H. martiana, destas foram coletados frutos, os quais foram medidos e pesados. As espécies em estudo se diferenciaram significativamente em relação ao comprimento dos frutos. Com relação às sementes, H. martiana apresentou parâmetros biométricos com os maiores valores. Além disso, frutos e sementes das duas espécies apresentaram pesos significativamente diferentes. A análise comparativa entre as espécies do gênero mostrou que H. intermedia pode ser facilmente diferenciada das demais por possuir frutos grandes, já H. martiana apresentou sementes grandes e robustas. As informações apresentadas são relevantes e ratificam a importância da biometria de frutos e sementes para diferenciação de espécies.

  19. EFEITO DA TEMPERATURA E DO USO DE EMBALAGEM NA CONSERVAÇÃO PÓS-COLHEITA DE FRUTOS DE CAGAITA (Eugenia dysentericaDC.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    JULIANA DE OLIVEIRA CARNEIRO

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO Eugenia dysenterica DC. (cagaiteira destaca-se entre as espécies nativas do Cerrado por produzir frutos de sabor agradável, os quais podem ser consumidos tanto in natura quanto processados na forma de doces, compotas e geleias. Apesar do potencial econômico, é uma planta pouco explorada, principalmente devido à baixa durabilidade dos frutos. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da embalagem e da temperatura sobre a conservação pós-colheita de frutos de E. dysenterica. Para isto, os frutos de cagaita foram coletados no estádio verde-maduro, ainda ligados à planta-mãe, e levados ao Laboratório de Botânica da Universidade Federal da Bahia, onde foram selecionados quanto à integridade física, ausência de danos mecânicos epatogênicos. Após lavagem em água corrente, os frutos foram secos e acondicionados em bandejas de poliestireno expandido, cobertas por filme de policloreto de vinila (PVC de 10 micras, perfurados e sem perfuração, e em bandejas sem revestimento de PVC. A perfuração foi realizada visando a maior circulação de ar dentro das embalagens. Em seguida, foram armazenados em duas temperaturas, 5 e 25ºC. Para a avaliação da durabilidade dos frutos, foram realizadas avaliações diárias das características físicas e químicas, incluindo coloração, firmeza, pH, perda de massa, altura e diâmetro. O metabolismo de carboidratos também foi avaliado por meio da quantificação dos açúcares solúveis. Os frutos da cagaita apresentaram durabilidade de 5 dias, independentemente dos tratamentos utilizados, sendo que os submetidos à refrigeração apresentaram sintomas de injúria por frio, alteração da coloração e firmeza (25%, redução de pH e do consumo de carboidratos. Já em frutos mantidos a 25ºC, houve amarelecimento completo, perda de firmeza, aumento do pH e maior consumo de carboidratos. Verificou-se que o uso de embalagens, praticamente, não promoveu efeitos ben

  20. Fruit quality of ‘Jiro’ japanese persimmon fruits bagged with different types of packings/ Qualidade de frutos de caqui ‘Jiro’ ensacados com diferentes embalagens

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Louise Larissa May de Mio

    2007-10-01

    Full Text Available The bagging technique of fruits comes being used by many producers, aiming at the fruit quality, reduction of application of agro toxics and reduction of the damages caused by insects and diseases. The present work evaluated the quality of bagging fruits of ‘Jiro’ japanese persimmon with different types of bags. The experiment was lead in the orchard of Japanese persimmon of the Experimental Farm of the Canguiri of the UFPR, located in Pinhais-PR. The fertilization and the management of the orchard were entirely organic. The treatments had been: microperforated plastic bag, brown kraft paper bag, butter-like paper bag, newspaper bag and without bagging. The experimental design used was randomized blocks with five replicates, being each plant considered a block. Each parcel was composed by 20 fruits. The bagging was made after the physiological fall of the young fruits, distributing the types of bags aleatorely inside each plant. The evaluation was 77 days after bagging, verifying the number of fruits harvested, mass of the fruits, diameter of the fruits, number of fruits in each category of maturation, number of fruits attacked with Schyzothyrium pomi and soluble solids content. The results were significant only in the incidence of S. pomi and in the percentage of coloration of the fruits. The bagging with newspaper and brown kraft bags reduced the incidence of S. Pomi and the color of fruits. The size and the soluble solids content were not affected by bagging.A técnica de ensacamento de frutos vem sendo utilizadas por muitos produtores, visando a melhor qualidade de frutos, redução de aplicação de agrotóxicos e diminuição dos danos provocados por pragas e doenças. O presente trabalho avaliou a qualidade de frutos de caquizeiro ‘Jiro’ ensacados com diferentes tipos de embalagens. O experimento foi conduzido no pomar de caquizeiro da Fazenda Experimental do Canguiri da UFPR, localizada em Pinhais-PR. A adubação e o manejo do

  1. 'Brasileirinha': cultivar de abóbora (Cucurbita moschata de frutos bicolores com valor ornamental e aptidão para consumo verde 'Brasileirinha': an ornamental bicolor squash (Cucurbita moschata cultivar for immature fruit consumption

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo S Boiteux

    2007-03-01

    Full Text Available 'Brasileirinha' é uma cultivar de abóbora (Cucurbita moschata com frutos bicolores que foi desenvolvida com o objetivo de disponibilizar um produto diferenciado devido ao aspecto ornamental e a composição nutricional de seus frutos. Esta cultivar foi selecionada na geração F7, sendo obtida via cruzamentos convencionais entre um acesso de frutos bicolores, provavelmente devido à presença de um alelo do gene B, e a cultivar Mocinha (com frutos imaturos de cor verde uniforme. A característica peculiar da cultivar Brasileirinha é a produção de frutos com casca apresentando uma marcante coloração bicolor (coloração amarela na região proximal e verde na posição distal dos frutos. A polpa apresenta coloração amarela-esverdeada em frutos colhidos imaturos e, à medida que o fruto amadurece, intensifica-se uma coloração alaranjada. Beta-caroteno e luteína são os principais carotenóides presentes em frutos para consumo verde. Em frutos em completo estádio de maturação (polpa laranja intensa verifica-se a acumulação de beta-caroteno e alfa-caroteno (precursores da vitamina A em torno de 243 mg g-1. A cultivar Brasileirinha tem apresentado boa resistência de campo a diferentes raças de oídio (Podosphaera xanthii. Esta cultivar é preferencialmente recomendada para consumo como abobrinha verde (no estádio de fruto imaturo e para fins ornamentais (frutos em todos os estádios. Uma opção é o uso de frutos jovens em conservas. A cultivar Brasileirinha é recomendada para plantio em todas as tradicionais regiões produtoras do país. O sistema de produção para esta cultivar tem sido o mesmo adotado para outros tipos de abóboras.'Brasileirinha' is a squash (Cucurbita moschata cultivar developed by Embrapa Vegetable Crops, with a appealing ornamental appearance and carotenoid composition of its fruits might provide raw material for the development of value-added products targeting new market niches. This cultivar is an F7

  2. CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE FRUTOS, SEMENTES, PLÂNTULAS E MUDAS DE PAU-BRASIL (Caesalpinia echinataLAMARCK1

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Robério Anastacio Ferreira

    2015-06-01

    Full Text Available RESUMOEstudos relacionados à morfologia vegetal com espécies florestais nativas têm sido ampliados nos últimos anos, em face da sua importância sob os aspectos taxonômicos ou por serem de grande utilidade na identificação de frutos, sementes, plântulas e mudas, em laboratórios de análises de sementes, em viveiros de produção de mudas ou em estudos que avaliem a regeneração natural em ecossistemas florestais. Porém, diante da grande diversidade de espécies, ainda não é possível encontrar informações suficientes para subsidiar tais estudos e nem coleções em herbários para um grande número de espécies nativas. Assim, este trabalho foi realizado com o objetivo de caracterizar morfologicamente frutos, sementes, plântulas e mudas de pau-brasil (Caesalpinia echinata Lam. – Fabaceae, Subfamília Caesalpinioideae. Foram realizadas, inicialmente, avaliações das características morfométricas e morfológicas externas e internas dos frutos e sementes. Em seguida, foram realizadas descrições do desenvolvimento inicial de plântulas e mudas. Considerando-se as análises descritivas da espécie, as informações de frutos, sementes, plântulas e mudas podem ser empregadas com segurança em trabalhos de identificação das espécies, tanto em trabalhos de laboratórios e viveiros quanto em estudos de campo sobre a ecologia dessa espécie. Especial atenção pode ser dada ao fruto legume seco, ao embrião, à germinação epígea fanerocotiledonar e à presença de acúleos nas fases jovens (plântulas e mudas, que são importantes para a identificação da espécie. Os caracteres que são comuns a outras espécies de Fabaceae, da Subfamília Caesalpinioideae, corroboram o caráter taxonômico dos aspectos morfológicos.

  3. Morfologia da flor, fruto e plântula de Victoria amazonica (Poepp.) J.C. Sowerby (Nymphaeaceae)

    OpenAIRE

    Rosa-Osman,Sônia Maciel da; Rodrigues,Robson; Mendonça,Maria Sílvia de; Souza,Luiz Antonio de; Piedade,Maria Teresa Fernandez

    2011-01-01

    Victoria amazonica (Poepp.) J.C. Sowerby é uma hidrófita que ocorre nas várzeas de águas brancas e igapós da Bacia Amazônica e na Bacia do rio Paraguai. A morfologia da flor, fruto e plântula/"tirodendro" é objeto do presente trabalho. O material botânico foi coletado em Parintins e Manaus, estado do Amazonas, Brasil. A análise morfológica foi feita em material fresco e fixado em FAA 50. O desenvolvimento das plântulas foi realizado no escuro em frascos com água com teor reduzido de oxigênio....

  4. Remoção dos frutos de Miconia albicans (sw. Triana (Melastomataceae por formigas na borda e no interior de um fragmento de Cerrado, Curvelo, MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosiane Resende Leite

    2013-06-01

    Full Text Available O conhecimento sobre a biota do Cerrado e sobre os fatores que influenciam a distribuição das espécies é de suma importância num cenário em que as atividades antrópicas têm levado à destruição e fragmentação deste bioma. Esta pesquisa foi realizada num fragmento de cerrado em Curvelo, Minas Gerais, e teve por objetivo analisar os efeitos de borda sobre fatores relacionados à biologia reprodutiva de Miconia albicans, com atenção particular à dispersão secundária de sementes por formigas. Foram estas variáveis estudadas: (i composição de espécies de formigas interagindo com frutos de M. albicans; (ii taxa de remoção de frutos; (iii tipos de interação entre formigas e frutos; (iv distância de dispersão; (v produção de frutos; (vi abundância e porte de M. albicans. Nove espécies de formigas foram observadas interagindo com frutos de M. albicans. A taxa de remoção de frutos foi de 86% no interior e de 58% na borda do fragmento. A distância de dispersão variou entre 0,10-12 m, e não houve diferença significativa entre os dois ambientes (p = 0,24. Não houve diferença significativa na produção de frutos entre borda e interior (p = 0,15. A abundância de M. albicans foi significativamente maior na borda do que no interior (p = 5,088 x 10^-10, contudo os indivíduos do interior apresentaram maior porte. Estes resultados sugerem que o efeito de borda não causa alterações significativas na remoção de frutos de M. albicans por formigas. Contudo, a aparente maior abundância de formigas na borda parece impedir que estas plantas alcancem grande porte.

  5. Maturação e determinação do ponto de colheita de frutos de envira-caju

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Josianny Feitosa de Farias

    2011-09-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou identificar o ponto de colheita, os índices de maturação e a qualidade dos frutos da envireira-caju (Onychopetalum periquino. Os frutos foram colhidos em cinco estádios de maturação (1-verde; 2-verde-laranja; 3-laranja; 4-laranja-vinho, e 5-vinho, sendo o estádio 5 colhido já amadurecido na planta e usado como padrão na determinação do ponto de colheita e do índice de qualidade do fruto. Os frutos colhidos foram armazenados a 26 ± 3 ºC e 85-90% de UR. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema de parcela subdividida no tempo com tratamento adicional, com quatro repetições de três frutos cada. As parcelas compreenderam os estádios de maturação na colheita, e as subparcelas, a maturação no dia da análise (0 dia para todos os estádios, 4 dias para os estádios 1 e 2, e 2 dias para os estádios 3 e 4. A interação entre o ponto de colheita e o armazenamento afetou significativamente todas as variáveis analisadas, exceto o rendimento de polpa. Os frutos colhidos no estádio verde-laranja atingiram índices de qualidade equivalente aos frutos amadurecidos na planta, após o amadurecimento. O ponto de colheita dos frutos corresponde à cor verde-laranja da casca, contendo 0,14% de acidez total titulável (AT; 8,62% de sólidos solúveis (SS; 64,17 de SS/AT; 60,55 g de peso médio, e 60,37% de rendimento de polpa, constituindo índices confiáveis do ponto de colheita.

  6. Comportamento mecânico de frutos de café: módulo de deformidade Mechanical behavior of coffee fruits: modulus of deformity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra M. Couto

    2002-01-01

    Full Text Available Determinaram-se, neste trabalho, os módulos de deformidade de frutos de café em diferentes estádios de maturação, identificados pela coloração "verde", "verdoengo" e "cereja", obtidos para o produto comprimido em diferentes velocidades, segundo três orientações. A velocidade de compressão tem influência nos valores dos módulos dos frutos, a variação do valor do módulo do fruto com a velocidade de compressão é diferenciada de acordo com o estádio de maturação do produto e a orientação do fruto de café durante a compressão parece afetar muito pouco os valores dos módulos de deformidade do produto "verde"; entretanto, para frutos nos outros estádios de maturação, a posição de compressão é um parâmetro relevante. Para todas as posições de compressão, os valores do módulo de deformidade do fruto "verde" foram superiores aos dos frutos "cereja" e aos do produto "verdoengo"; enfim, os módulos dos frutos "cereja" sempre foram menores que os do "verdoengo".Values for modulus of deformity of coffee fruit at different maturity stages, named by their coloration as "green", "verdoengo" and "cherry", were determined in this work. The values were obtained for the product compressed along three different directions and submitted to different compression speeds. The speed influenced the value of the fruit modulus. The variation of the value of the fruit modulus with the compression speed was differentiated according to the stage of maturity. The fruit orientation during the compression seems to have very little effect on the deformity modulus of the "green" product, however, for the fruits in the other maturity stages. The compression position was an important parameter. For all compression positions, the modulus values of the "green" fruit were higher than those for "cherry" and "verdoengo" fruits. The modulus values of the "cherry" fruits were always smaller than those for the "verdoengo".

  7. Técnica e custo para o ensacamento de frutos de pêra japonesa Technique and bagging cost of nashi fruit pears

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Dagoberto Faoro

    2003-08-01

    Full Text Available A técnica de ensacamento da pêra japonesa, além de evitar a poluição ambiental causada por defensivos agrícolas, ainda proporciona melhoria na qualidade organoléptica dos frutos, reduzindo os danos provocados por mosca-das-frutas e grafolita. No presente trabalho, utilizaram-se as cultivares Hosui e Nijisseiki, cujos frutos foram ensacados logo após o raleio para evitar-se o desenvolvimento do "russeting" e o contato com insetos. Para a 'Housui', foi necessário um só ensacamento, ao custo de R$ 4.075,00/ha, considerando 110.000 frutos/ha. Já para a 'Nijisseiki', são necessários dois ensacamentos, resultando um custo de R$ 4.118,00/ha, considerando-se 73.370 frutos/ha. O custo aproximado do ensacamento em 'Housui' foi de R$ 0,04/fruto e em 'Nijisseiki', R$ 0,06/fruto. Mesmo sendo maior o custo do ensacamento para a 'Nijisseiki', esta cultivar obteve preços comerciais inferiores ao da 'Housui' no mercado brasileiro. O aumento do custo de produção devido ao ensacamento é passível de ser assimilado pelo produtor, desde que obtenha frutos de maior qualidade para, assim, vender os frutos ensacados com preços superiores.The bagging technique of Nashi pears not only insures good environmental effects by avoiding inseticide use, but also improves the flavor of fruits by decreasing the damages caused by fruit-fly and oriental fruit moth. This study was carried out with the cultivars Housui and Nijisseiki. The fruits were bagged just after thinning in order to avoid the development of russeting and to protect them against insects attack. For cv. Housui a single bag was enough. The total cost of bagging was R$ 4,075.00/ha, considering 110.000 fruits/ha. For cv. Nijisseiki it was necessary to use a double bagging, with a total cost of R$ 4,188.00/ha to protect 73.370 fruits/ha. The estimated bagging cost per fruit was R$ 0.04 for cv. Housui and R$ 0.06 for cv. Nijisseiki. Not only the bagging cost of 'Nijisseiki' fruits was higher compared

  8. Maturação e qualidade física de frutos na germinação dos pirênios de Schefflera morototoni (Araliaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maristela Rosália Anastácio

    2010-09-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi avaliar a influência do estádio de maturação dos frutos nas características físicas e de germinação de pirênios de Schefflera morototoni submetidos a tratamentos pré-germinativos. Frutos com coloração verde e verde-arroxeada foram coletados de 14 acessos, despolpados em água corrente, descartando-se, após contabilização, os pirênios chochos, com endosperma retraído e oxidado, utilizando-se os uniformes (com endosperma esverdeado ocupando toda a cavidade do pirênio. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 5 (estádios de maturação dos frutos e tratamentos pré-germinativos, com quatro repetições em parcelas contendo 25 pirênios. Verificou-se que, para maior capacidade e velocidade de germinação dos pirênios, os frutos devem ser colhidos quando apresentarem coloração verde-arroxeada, descartando-se aqueles com pirênios chochos, endosperma retraído ou oxidado. A capacidade de germinação dos pirênios com endosperma uniforme varia entre 50 e 60%, com início do processo em cerca de 40 dias após semeadura, se estendendo por até 60 dias em vermiculita. Pirênios despolpados, secos e embebidos em água a 60oC por 5 minutos, seguida da embebição em água à temperatura ambiente por 12 horas iniciam o processo de germinação em menor tempo, em relação aos despolpados, secos, escarificados e embebidos por 6 horas. O endocarpo dos frutos é permeável e rígido, no entanto, apresenta abertura natural quando embebido.

  9. Fenólicos totais e capacidade antioxidante in vitro de polpas de frutos tropicais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luanne Morais Vieira

    2011-09-01

    Full Text Available O consumo de frutos e suas polpas tem sido muito recomendado por seu valor nutricional, alto teor de fibras, vitamina C e carotenoides. Trabalhos recentes têm apontado esses alimentos como fontes de compostos fenólicos com ação antioxidante, portanto sequestradores de radicais livres, com ação protetora contra o surgimento e/ou desenvolvimento de processos degenerativos que conduzem a doenças crônicas não transmissíveis. Devido à crescente comercialização e consumo de polpas de frutas no Brasil, especialmente na cidade de Teresina-Piauí, este trabalho selecionou um grupo de polpas de frutos de elevado consumo local para avaliação do teor de fenólicos totais e da atividade antioxidante in vitro pelo método de captura de radicais livres: DPPH (radical 1,1-diphenil-2-picrilhydrazil e ABTS (radical 2,2'azinobis(3-ethylbenzthiazoline-6-sulfonic acid. Os frutos selecionados foram: Acerola (Malpighia emarginata DC., Bacuri (Platonia insignis Mart., Cajá (Spondias mombin L., Caju (Anacardium occidentale, Goiaba(Psidium guajava e Tamarindo (Tamarindus indica L.. Os teores de fenólicos totais encontrados nas polpascongeladas destes frutos exibiram quantidades relevantes de polifenóis, destacando-se a polpa de acerola com 835,25 ± 32,44 e 449,63 ± 10,24 mg /100g nos extratos aquosos e hidroalcoólicos, respectivamente, seguido pela polpa de caju com 201,61 ± 19,15 e 165,07 ± 4,10 mg /100g. As polpas de bacuri e tamarindo foram as que apresentaram os menores teores de fenólicos totais. Com relação à atividade antioxidante in vitro, os melhores resultados foram encontrados para os extratos aquosos e hidroalcoólicos das polpas de acerola, caju e goiaba. A capacidade antioxidante destas polpas (EC50 em µg/mL variou de 24,42 a 413,36 e de 1,74 a 259,18 para os extratos aquosos e hidroalcoólicos, respectivamente. Utilizando o radical ABTS, a atividade antioxidante para essas mesmas polpas de frutas apresentou valores TEAC que

  10. Caracterização de frutos do tangor TMxLP 290 para mercado de fruta fresca

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camilla de Andrade Pacheco

    2014-12-01

    Full Text Available Desde 1997, o Centro APTA Citros Sylvio Moreira/IAC conduz um amplo programa de melhoramento genético de citros via cruzamentos dirigidos. Destes cruzamentos, alguns híbridos de tangerina com laranja vêm sendo selecionados para qualidade de fruta e potenciais novas variedades. Com isso, frutos de um híbrido entre tangor Murcott (TM e laranja Pera (LP, denominado TMxLP 290, foram submetidos a análises físico-químicas e teste sensorial de aceitabilidade, a fim de avaliar a aceitação de tal variedade pelo mercado consumidor. Foram analisados os parâmetros físico-químicos: sólidos solúveis, acidez total titulável, ratio, rendimento de suco, índice de cor, número de sementes e massa do fruto. Aliado a essas análises, realizou-se o teste sensorial de aceitação com 50 provadores não treinados, que avaliaram a aceitabilidade do fruto e do suco do híbrido TMxLP 290, com o auxílio de uma escala hedônica de nove pontos. As amostras de suco e de fruto foram servidas em copos e pratos descartáveis, respectivamente, à temperatura ambiente e na presença de água potável para lavar o palato entre a degustação de uma amostra e outra. Tais avaliações permitiram constatar que as amostras processadas (suco e in natura (fruto apresentaram 84% e 81% de aprovação, respectivamente, evidenciando boa aceitação pelos provadores. Contudo, a intenção de compra por parte do consumidor foi excelente, sendo que 70% dos provadores comprariam o suco e 88% comprariam o fruto. Dessa forma, conclui-se que o híbrido TMxLP 290 é um produto com potencial para atender às expectativas do mercado consumidor.

  11. Características físicas e químicas de frutos de pupunheira no Estado do Pará

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Vânia Carvalho

    2013-09-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi caracterizar física e físico-quimicamente frutos de 21 matrizes de pupunheira (Bactris gasipaes Kunth, visando a obter subsídios que permitam avançar com o programa de melhoramento genético, em especial para características da polpa do fruto. Os frutos provenientes de diferentes genótipos foram caracterizados quanto à dimensão dos frutos e caroço, umidade, proteínas, lipídeos, cinzas, fibras e carotenoides totais. Os resultados obtidos para as diferentes variáveis analisadas demonstraram diferenças entre os frutos obtidos de diferentes genótipos. A análise de proteínas apresentou valores que variaram de 4,20 a 6,79%, com destaque para a matriz B04-P20, que apresentou o maior valor. Para lipídeos, os teores variaram bastante, com valores entre 8,25 e 40,83%, destacando-se a matriz B02-P30 com o maior teor de lipídeos. Os teores de carotenoides totais das matrizes de pupunheira variaram de 8,02 a 124,90µg/g, com destaque para as matrizes B02-P30 (124,90µg/g e B05-P45 (123,04µg/g, indicando que a pupunha pode contribuir de maneira importante na ingestão de antioxidantes na dieta. De maneira geral, as análises físicas e físico-químicas dos frutos mostraram diferenças significativas entre as matrizes para os caracteres estudados, evidenciando ser um conjunto geneticamente promissor para a prática da seleção.

  12. Correlação entre a necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. com as características frutos por nó e produtividade entre genótipos de café arábica Correlation between fruit necrosis associated to Colletotrichum spp. with the fruits per node and yield traits of arabic coffee

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Hiroshi Sera

    2008-02-01

    Full Text Available O fungo Colletotrichum spp. vem sendo associado à graves perdas para a cafeicultura brasileira. Objetivou-se neste trabalho verificar a existência de relação entre a variável necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. ("COL" com a quantidade média de frutos por nó produtivo ("FN" e com a produção ("PRD" em genótipos de café arábica. O ensaio de campo foi realizado no IAPAR (Londrina, PR, Brasil em dezembro de 2004 e em cafeeiros com três anos de idade. A variável "COL" foi avaliada atribuindo-se notas de 1 a 5, onde 1 representam plantas com 0 % a 5 % de frutos necrosados. "FN" foi avaliada seguindo uma escala de notas de 1 a 5, onde 1 representa plantas com 0 a 3 frutos/ nó e nota 5 com mais do que 15 frutos/ nó. A avaliação visual subjetiva da produção foi estimada em litros de frutos em estádio cereja, por planta. A correlação de Pearson foi estimada para avaliar a existência de associações entre as variáveis. Foram observadas correlações positivas e significativas a 1 % entre "COL" e "FN" e entre "COL" e "PRD". A necrose de frutos foi mais intensa em cafeeiros com mais produção e com mais frutos por nó produtivo. Sugere-se que a avaliação da resistência de campo à necrose dos frutos associada à presença de Colletotrichum spp. seja realizada em cafeeiros com alta produção e com alta quantidade de frutos por nó produtivo.Different fungi species of genus Colletotrichum has been associated with losses to the Brazilian coffee crop. The aim of this research was to evaluate the association between the variable fruit necrosis associated to Colletotrichum spp. ("COL" with the fruits per productive node average ("FN" and between "COL" and the yield ("PRD" in Coffea arabica L. genotypes. The field assay was evaluated at IAPAR (Londrina, PR, Brazil, in December 2004 and on coffee trees with three years old. The "COL" variable was evaluated attributing scores from 1 to 5, where score 1 represents plants

  13. Efeito do ensacamento na qualidade dos frutos e na incidência da broca-dos-frutos da atemoieira e da pinheira Bagging effect upon either quality of the fruits and incidence of the fruit borer in atemoya and sweetsop

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Cristian Toledo Pereira

    2009-01-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar o uso de diferentes invólucros nos frutos de atemoieira e pinheira na qualidade físico-química dos frutos e na incidência da broca-dos-frutos, Cerconota anonella. Os experimentos foram instalados em dois pomares comerciais: um de atemoieira no município de Matias Cardoso e outro de pinheira no município de Verdelândia, Norte de Minas Gerais. Os tratamentos para a atemoieira consistiram em: 1 Testemunha (sem ensacamento; 2 Saco plástico leitoso; 3 Saco de TNT (tecido-não-tecido branco sem fundo e 4 Saco de TNT branco com fundo. Para a pinheira foi modificado apenas o tratamento 2 para saco de papel pardo. Avaliaram-se número de dias da polinização à colheita, número de dias da colheita ao amadurecimento, ocorrência de injúrias e brocas e características físico-químicas dos frutos. Observam-se maior número de dias entre a colheita e o amadurecimento e mais firmeza nos frutos de pinheira não-ensacados. O uso do plástico leitoso controlou a broca em frutos de atemoieira. As características físico-químicas: massa, comprimento, diâmetro dos frutos e teor de sólidos solúveis totais da polpa não foram influenciados pelo uso dos invólucros.This study was conducted to evaluate the effect from using different involucres for fruits of the atemoya and sweetsop upon either physiochemical quality of the fruits and incidence of the fruit borer Cerconota anonella. The experiments were set up in two commercial orchards: one with atemoya at Matias Cardoso county and the other one with sweetsop at Verdelândia on northern Minas Gerais state. The treatments for atemoya consisted of: 1 Control (without bagging; 2 Milky plastic bag; 3 White, bottomless, tissue-non-tissue (TNT bag; and (4 With bottom TNT bag. For the sweetsop, only treatment 2 was modified to brown paper bag. The following evaluation were performed: the number of days from pollination to harvest, number of days from harvest to ripening

  14. Produção de blends a partir de frutos tropicais e nativos da Amazônia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leandro Camargo Neves

    2011-03-01

    Full Text Available Neste trabalho, objetivou-se o enriquecimento nutricional de néctares de frutos, pelo processamento de blends, usando-se fruteiras tropicais e Amazônicas produzidas em Roraima. Foram utilizados néctares de abacaxi, buriti, caju, camu-camu, carambola, maracujá, murici, lima-ácida Tahiti e taperebá. Foi realizado um ensaio preliminar onde se constatou que os néctares de abacaxi e maracujá seriam utilizados como matrizes e, dos quais, saíram os tratamentos: 2 controles - 100% de abacaxi e 100% de maracujá; 1 blend entre as matrizes - 50% de abacaxi + 50% de maracujá; 7 blends de cada matriz com cada fruto escolhido, na proporção de 1:1. Foram adicionados benzoato de sódio e dióxido de enxofre, nas concentrações de 500 e 200 ppm, respectivamente, em todos os néctares e blends trabalhados. Os resultados referentes à composição nutricional dos blends refletiram aumento significativo nos valores nutricionais quando em comparação com as matrizes, bem como com os néctares individuais de cada fruto. O mesmo comportamento foi observado mesmo após 10 dias de armazenamento não refrigerado. Com relação à estabilidade microbiológica, apenas os blends que utilizaram o buriti como componente apresentaram comprometimento. As análises químicas dos blends demonstraram padrões distintos das matrizes; entretanto, quando submetidos à análise sensorial, mostraram-se satisfatórias por parte dos julgadores. As composições que mais agradaram os julgadores foram os blends de ambas as matrizes associadas ao camu-camu e murici.

  15. COMUNICACIONES CORTAS TERPENOS ISLADOS DE LOS FRUTOS DE CLUSIA ssp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jaime González

    2010-10-01

    Full Text Available Se aislaron triterpenos de los frutos de tres especies de Clusia (familia Guttiferae. En C.multlflora y C. grandiflora se encontraron eufenol, epímero en C-20 del tirucallol, y 3 ceto eufano antes no reportados para este género. También se encontró isocariofileno en C. grandiflora.

  16. Remoção da adstringência de frutos de caquizeiro 'Giombo' sob diferentes períodos de exposição aovapor de álcool etílico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    ANTONIOLLI LUCIMARA ROGÉRIA

    2000-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do período de exposição ao vapor de álcool etílico na remoção da adstringência de frutos de caquizeiro (Diospyros kaki L. cultivar Giombo. Os frutos foram expostos ao vapor de álcool durante 24, 36 e 48 horas, sob temperatura de 20°C e 95% de umidade relativa. As características químicas e físicas dos frutos foram avaliadas durante dez dias, em intervalos de dois dias. As variáveis analisadas foram: teor de taninos solúveis, firmeza da polpa, perda de matéria fresca, pH, sólidos solúveis totais, acidez total titulável e teor de ácido ascórbico. De acordo com os resultados obtidos, os períodos de 24 e 36 horas demonstraram ser igualmente eficientes no processo de remoção da adstringência dos frutos; no entanto, a avaliação das demais características indicou melhor qualidade dos frutos expostos durante o período de 24 horas. Constatou-se uma diminuição linear na firmeza da polpa em função do tempo. O melhor período para consumo dos frutos situou-se entre o 4°e o 8° dia após o tratamento, considerando-se que a partir do 4° dia a concentração de taninos solúveis ficou abaixo de 0,1%, imperceptível ao paladar, e a firmeza da polpa dos frutos se manteve aceitável durante o período de oito dias posteriores ao tratamento.

  17. Frutos y semillas de un bosque subandino en Cundinamarca, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra Heliany Obando Polo

    2002-01-01

    Full Text Available En Colombia los estudios sobre la morfología de frutos y semillas son escasos, especialmenteen plantas silvestres. En este estudio se caracterizó y analizó la morfología externa de los frutosy semillas de un bosque relictual localizado a 2.000 m, en los Andes de Colombia. Se estu-diaron los frutos y semillas de 60 especies nativas de tipo arbóreo y arbustivo distribuidas en34 familias y 53 géneros. Los frutos y semillas se colectaron durante la época de muestreodesde julio de 2001 a mayo de 2002. El estudio se basa en su totalidad del material frescoobtenido en el campo y en contadas excepciones se consultó material existente en los ejem-plares del Herbario Nacional Colombiano, principalmente para especies con estructuras detipo seco cuya morfología no sufre deformación en el secado. Los caracteres externos de los fru-tos y semillas muestran variación entre las familias y entre especies. Los caracteres de mayorutilidad taxonómica para las dos estructuras carpológicas son tamaño y forma estructural,aunque por sí solos no ofrecen una clara delimitación de las especies. De manera específica,en los frutos la superficie del exocarpo y en las semillas la superficie de la cubierta seminal sonlos más relevantes. En los resultados se incluyen aspectos taxonómicos y florísticos, se registrauna especie de Mabea (Euphorbiaceae nueva para la ciencia la cual está siendo descritaseparadamente, así como un nuevo registro para Colombia de una subespecie de Psychotria(Rubiaceae que solo había sido encontrada en Venezuela. Se elaboraron descripciones, clavessinópticas y dicotómicas e ilustraciones para los frutos y las semillas, para cada especie seincluye además la descripción general vegetativa, su distribución y usos. Los resultados finalesse esperan publicar en un manual de identificación de frutos y semillas.

  18. Extratos aquosos de frutos verdes de Melia azedarach L. var. azedarach: Investigação da presença de cianeto e avaliação toxicológica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia A. S. Seffrin

    2008-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n3p143 Melia azedarach L., cinamomo, tem sido estudada pela sua ação inseticida e medicinal. Contudo, é uma espécie conhecida pela sua capacidade de produzir compostos cianogênicos e pela presença de saponinas e de compostos polares em frutos verdes, podendo causar intoxicação em animais domésticos e em seres humanos. O presente trabalho teve como objetivos a verificação da presença de cianeto em  frutos verdes de M. azedarach var. azedarach, espécie adaptada à região central do estado do Rio Grande do Sul, e a avaliação toxico-lógica, em ratos, de extratos aquosos dessas estruturas vegetais. Os frutos foram colhidos em março de 2005, em área da Universidade Federal de Santa Maria. A presença de cianeto foi avaliada através de medidas voltamétricas e a toxicidade foi analisada através de avaliação da mortalidade, de alterações comportamentais e das funções hepática e renal em ratos Wistar. Os extratos foram administrados através das vias oral e intraperitoneal, nas doses de 2,5,  5,0 e 10% (p/v, 1mL/kg. Pôde-se concluir que frutos verdes de cinamomo não apresentam cianeto em sua composição e extratos aquosos, nas doses analisadas,  não causam sintomas de toxicidade em ratos.

  19. Qualidade e atividade antioxidante de fruto e seu óleo de genótipos do licurizeiro (Syagrus coronata)

    OpenAIRE

    Miranda, Katia Elizabeth de Souza

    2011-01-01

    O licurizeiro (Syagrus coronata) é uma palmeira nativa da família Arecaceae de ocorrência espontânea no Semiárido, que vegeta do Estado de Pernambuco até Minas Gerais. Esta palmeira apresenta elevada importância socioeconômica por se caracterizar como um vegetal totalmente aproveitável, cujas folhas são utilizadas em artesanato e produtos utilitários e o fruto, o licuri, é consumido fresco, sendo também amplamente utilizado na culinária pela população. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ...

  20. Avaliação da intensidade de raleio na qualidade de frutos de nespereira Evaluation of thinning intensity on loquat fruit quality

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aexandre Manzoni Grassi

    2010-01-01

    Full Text Available A nespereira é uma frutífera de origem subtropical, porém com ampla adaptação a regiões de clima temperado com temperaturas baixas pouco rigorosas. Possui inflorescência que origina uma quantidade de frutos superior ao que pode suportar a árvore, produzindo elevada quantidade de frutos de baixo calibre, sendo necessário o raleio de frutos para a melhoria da qualidade. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da intensidade de raleio na qualidade de frutos de nespereira. Avaliaram-se as respostas de cinco cultivares e uma seleção de nespereira a quatro intensidades de raleio de frutos (4, 6, 8 e 10 frutos por panícula. As panículas foram selecionadas em relação ao tamanho (aproximadamente 1,5 cm de diâmetro e ensacadas utilizando-se papel jornal. Todas as panículas foram raleadas e ensacadas no mesmo dia. A colheita foi realizada quando os frutos estavam maduros, no ponto de consumo. Foram avaliados comprimento e diâmetro do fruto, massa do fruto e da semente, pH, acidez titulável e teor de sólidos solúveis. Conclui-se que a melhor qualidade de frutos pode ser obtida quando as panículas são raleadas com intensidades de 4 frutos, os quais resultam em maior comprimento, diâmetro e massa. As variáveis massa da semente, pH, acidez titulável e sólidos solúveis não foram afetadas pela intensidade de raleio.Loquat is a fruit of subtropical origin, but with wide adaptation in temperate regions with low, fairly rigorous temperatures. It presents an inflorescence that leads to higher quantity of fruit than the tree can support, resulting in a high quantity of low caliber fruit. To increase the fruit size is necessary to realize the thinning. Thus, the objective of this work was to evaluate the effects of thinning intensities on the loquat fruit quality. It was studied five cultivars and one loquat selection and four thinning intensities (4, 6, 8, and 10 fruit per panicle. Panicles were selected according to equivalent sizes (1.5 cm

  1. Tamanho de amostra para caracterização morfológica de frutos de pimenteira Sample size for morphological characterization of pepper fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    AR Silva

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi determinar o tamanho apropriado de amostra por meio da técnica de simulação de subamostras para a caracterização de variáveis morfológicas de frutos de oito acessos (variedades de quatro espécies de pimenteira (Capsicum spp., que foram cultivadas em área experimental da UFPB. Foram analisados tamanhos reduzidos de amostras, variando de 3 a 29 frutos, com 100 amostras para cada tamanho simulado em um processo de amostragem com reposição de dados. Realizou-se análise de variância para os números mínimos de frutos por amostra que representasse a amostra de referência (30 frutos em cada variável estudada, constituindo um delineamento experimental inteiramente casualizado com duas repetições, onde cada dado representou o primeiro número de frutos na amostra simulada que não apresentou nenhum valor fora do intervalo de confiança da amostra de referência e que assim manteve-se até a última subamostra da simulação. A técnica de simulação utilizada permitiu obter, com a mesma precisão da amostra de 30 frutos, reduções do tamanho amostral em torno de 50%, dependendo da variável morfológica, não havendo diferenças entre os acessos.The appropriate sample size for the evaluation of morphological fruit traits of pepper was evaluated through a technique of simulation of subsamples. The treatments consisted of eight accessions of four pepper species (Capsicum spp., cultivated in an experimental area of the Universidade Federal da Paraíba. Small samples, ranging from 3 to 29 fruits were evaluated. For each sample size, 100 subsamples were simulated with data replacement. The data were submitted to analysis of variance, in a complete randomized design, for the minimum number of fruits per sample. Each collected data consisted of the first number of fruits in the simulated sample without values out of the confidence interval. This procedure was done up to the last subsample simulation. The

  2. Caracterização físico-química e atividade antioxidante (in vitro de frutos do cerrado Piauiense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Souza Rocha

    2013-12-01

    Full Text Available Informações a respeito das características químicas e do valor nutritivo dos frutos do cerrado são ferramentas básicas para a avaliação do consumo e para a formulação de novos produtos. No entanto, poucos dados estão disponíveis na literatura especializada com relação à composição química destes frutos e sua aplicação tecnológica, ressaltando a necessidade de pesquisas científicas sobre o assunto. Realizou-se o presente estudo com o objetivo de caracterizar físico-quimicamente e determinar a atividade antioxidante in vitro, pelo método DPPH, da cagaita (Eugenia dysenterica, cajuzinho-do-cerrado (Anacardium humile, chichá (Sterculia striata Naud., jatobá-do-cerrado (Hymenaea stigonocarpa Mart. e macaúba (Acrocomia aculeata Mart.. Os frutos foram colhidos na EMBRAPA - MEIO NORTE - PI, e na Cidade de Corrente-PI. Analisaram-se as características físicas (peso, comprimento e diâmetro, químicas (umidade, cinzas, lipídeos, proteínas, carboidratos, Valor Energético Total (VET, conteúdo de compostos fenólicos totais, flavonoides, antocianinas, β-caroteno, licopeno, vitamina C e atividade antioxidante pelo método DPPH. As amostras foram analisadas em dois lotes, e cada análise, em triplicata. Para a análise dos dados, foi elaborado um banco de dados, utilizando-se do programa estatístico EPI INFO, versão 6.04b, e o programa EXCEL. Os resultados obtidos para os compostos bioativos estudados demonstraram que todos os frutos apresentaram quantidade elevada de vitamina C (mg/100g, destacando-se o cajuzinho-do-cerrado (500. Os frutos que apresentaram maior capacidade antioxidante, expressos em capacidade de reduzir em 50% a atividade do radical livre DPPH (EC50mg/L, foram cagaita (Eugenia dysenterica Dc. e cajuzinho-do-cerrado (Anacardium humile. Concluiu-se, portanto, que os frutos pesquisados apresentaram bom valor nutritivo, um elevado conteúdo de compostos bioativos e demonstraram atividade antioxidante.

  3. Reguladores vegetais e o desbaste químico de frutos de tangor murcote Plant growth regulators and 'Honey' orange fruit chemical thinning

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcio Christian Serpa Domingues

    2001-09-01

    Full Text Available O tangor 'Murcote' apresenta necessidade de desbaste de frutos devido a alternância de produção, caracterizado por anos de excessiva produção intercalado com anos de baixa produção, evitando assim, a diminuição da qualidade dos frutos. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de reguladores vegetais, a auxina ANA (ácido naftalenacético e ethephon (etileno no desbaste químico de frutos de tangor 'Murcote' aplicado 40 dias após o pleno florescimento. O experimento foi conduzido em Pratânia, SP, onde plantas de 5 anos de idade, enxertadas sobre o limoeiro 'Cravo', foram pulverizadas com ANA a 0, 100, 200, 300 e 400 mg L-1 e com ethephon a 200, 300 e 400 mg L-1, ambos em solução aquosa juntamente com adjuvante não iônico a 0,05%. A contagem dos frutos foi realizada previamente aos tratamentos em 2 ramos marcados por planta. O ANA não interferiu significativamente no desbaste de frutos, com porcentagens de queda variando entre 7 a 14%, enquanto que as pulverizações com ethephon mostraram maior eficiência no desbaste de frutos, principalmente na dose de 400 mg L-1, promovendo 66,6% de queda de frutos, sem contudo induzir a abscisão foliar. As doses inferiores de ethephon também promoveram desbaste de frutos da ordem de 40%. As porcentagens de queda de frutos foram pequenas, para plantas pulverizadas com ANA, enquanto que a aplicação de ethephon promoveu maior eficiência no desbaste de frutos.Alternate bearing is an important caracteristic of some mandarins that reduces fruit quality and yield in tangor Murcott, and to reduce this effect is necessary to perform fruit thinning to avoid high and low production year by year. To evaluate the effects of plant growth regulators on fruit thinning of the 'honey' orange, an auxin (NAA-naphthalene acetic acid and ethephon (ethylene, were applied 40 days after full bloom in an experiment carried out at Pratania, S.P., Brazil. Five-year-old plants grafted on Rangpur

  4. Caracterização físico-química de frutos de genótipos de aceroleira (Malpighia emarginata D.C.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Inês Sucupira Maciel

    2010-12-01

    Full Text Available No Brasil, a aceroleira, decorrente principalmente da propagação por sementes, tem dado origem a plantios comerciais cujos frutos apresentam parâmetros de qualidade diferenciados. Características físico-químicas de frutos de 18 genótipos de aceroleira (Malpighia emarginata DC. do Banco Ativo de Germoplasma da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE foram avaliados. O rendimento em polpa variou de 41,06% (PL 40 a 72,54% (PL 43 e, com exceção do genótipo PL 37, os demais apresentaram frutos com teores de ácido ascórbico superiores a 1000 mg.100 g-1. O genótipo PL 39 destacou-se por apresentar o maior teor de ácido ascórbico (1667 mg.100 g-1, SST e flavonóis (15,04 mg.100 g-1, além de elevado teor de antocianinas, sendo, portanto, o mais promissor. Os frutos do genótipo PL 34 revelaram o maior valor de SST/ATT, indicando ser o mais doce

  5. Lesão renal aguda como complicação da ingestão excessiva de suco do fruto biri biri (Averrhoa bilimbi

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raphael Pereira Paschoalin

    2014-12-01

    Full Text Available O fruto biri-biri pertence à família das Oxalidacae, espécie Averrhoa bilimbi. Este fruto tem um alto conteúdo de oxalato solúvel e é utilizado na culinária, na produção de picles, geleias, e como tratamento para algumas doenças como hipertensão, diabetes e hiperlipidemia. Assim como outros frutos ricos em oxalato, pode provocar lesão renal aguda. Relatamos o caso de um paciente de 50 anos, hipertenso, com função renal normal, que ingeriu uma grande quantidade de suco em jejum para tratamento de hipertensão. O paciente desenvolveu quadro de lesão renal aguda associado a dores lombares, soluços e diarreia. A lesão renal aguda era não oligúrica e teve uma evolução favorável em 10 dias sem necessidade de tratamento dialítico. A função renal retornou ao normal após esses 10 dias de seguimento.

  6. Revestimentos de fécula de mandioca, perda de massa e alteração da cor de frutos de pimentão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vicentini Nívea Maria

    1999-01-01

    Full Text Available Uma proposta em estudo para minimizar as perdas pós-colheita, é o uso de revestimentos derivados da fécula de mandioca. Frutos de pimentão (Capsicum annuum L. cultivar Magali, foram mergulhados (1 minuto em suspensões a 1 e 3% de fécula geleificada, secos naturalmente ao ar e armazenados em condições ambientais onde a temperatura média do período variou de 20,2-21,8°C. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 3 tratamentos, 6 repetições e 5 frutos por parcela. As análises de controle (perda de massa e alteração da coloração, foram feitas a cada dois dias por um período de 10 dias. Os frutos com película a 3%, apresentaram inibição no desenvolvimento da coloração vermelha; porém não houve efeito sobre a perda de massa.

  7. Ensacamento de frutos de pereira cv. Housui Bagging of nashi pear cv. Housui

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan Dagoberto Faoro

    2004-04-01

    Full Text Available Foi avaliada a qualidade de frutos de pêra japonesa cv. Housui (Pyrus pyrifolia var. culta ensacados com diferentes tipos de sacos de papel e em duas épocas: 34 e 83 dias após a florada. O ensacamento não influenciou na firmeza, no teor de sólidos solúveis totais e no peso médio dos frutos. Sacos vermelhos não induziram aumento do pH da polpa, mas o uso de sacos duplos, sacos marrons, sacos de papel kraft marrons e sacos de pipoca brancos aumentaram significativamente o pH. Ao buscar-se maior precocidade de colheita, os melhores resultados foram obtidos com o uso de sacos pequenos de papel manteiga aos 34 dias após a floração e o uso de sacos grandes duplos ou sacos grandes marrons, 83 dias após a plena floração. O ensacamento 34 dias após a plena floração, com sacos grandes de papel duplo de cor marrom ou sacos de papel kraft marrons, ou ainda o uso de sacos pequenos parafinados transparentes de papel manteiga, aos 34 dias, seguidos pela colocação, aos 83 dias, dos dois tipos de sacos grandes citados anteriormente, resultaram em frutos de melhor qualidade externa (película de coloração homogênea e mais clara, lisa e com lenticelas pouco salientes. O uso de sacos vermelhos de papel manteiga e de sacos de pipoca brancos, com ou sem ensacamento prévio com sacos pequenos de papel manteiga parafinado, não resultaram em melhoria substancial da qualidade externa do fruto.The fruit quality of Nashi pears cv. Housui (Pyrus pyrifolia var. culta have been evaluated after bagging with different paper bags at two bagging dates: 34 and 83 days after full bloom. The bagging did not affect the fruit firmness, the total soluble solids and the average fruit weight. Red bags did not affect the pH of the fruit flesh. However the fruit bagged with double bags of brown color, brown kraft paper and white popcorn paper increased the pH. In order to harvest precociously, the use of small transparent paraffin paper bags 34 days after full bloom

  8. Desenvolvimento do fruto da lichieira (Litchi chinensis Sonn. 'Bengal' Fruit development in 'Bengal' litchi (Litchi chinensis Sonn.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Carlos Chamhum Salomão

    2006-04-01

    Full Text Available Estudou-se o desenvolvimento do fruto da lichieira (Litchi chinensis Sonn. 'Bengal'. Realizaram-se amostragens semanais, com início aos 35 dias após a antese e término no início da senescência dos frutos. A partir do 77º dia após a antese, os frutos foram decompostos em pericarpo, semente e arilo. A antese ocorreu na primeira semana de setembro. Foram ajustados modelos sigmoidais simples para acúmulo de matéria seca, comprimento e diâmetro. Para o acúmulo de matéria seca, uma fase inicial, de crescimento lento, prolongou-se até o 63º dia após a antese e coincidiu com um período de intensa queda natural de frutos. Do 63º ao 98º dia após a antese, houve uma fase de rápido acúmulo de matéria seca. Até o 77º dia, pericarpo e semente foram os principais responsáveis pelo acúmulo de matéria seca. Oitenta e oito por cento do comprimento e 65% do diâmetro máximos foram atingidos nesse período. Do 84º ao 98º dia após a antese, o desenvolvimento do fruto foi determinado basicamente pelo arilo. As dimensões e a matéria seca do fruto estabilizaram-se a partir do 98º dia após a antese. O ponto de colheita comercial dos frutos, caracterizado pela coloração avermelhada do pericarpo, ocorreu a partir do 112º dia após a antese. Verificou-se um quadro senescente nos frutos a partir do 119º dia após a antese.It was studied the fruit development in 'Bengal' litchi (Litchi chinensis Sonn.. The samples were taken weekly 35 days after anthesis until the beginning of fruit senescence. From the 77th day after anthesis, fruits were decomposed in pericarp, aril and seed. Anthesis occurred in the first week of September. The fruit dry matter, length and diameter followed a single-sigmoid pattern. For dry matter accumulation, an initial phase, of slow growth, ended the 63rd day after anthesis and was coincident with a period of intense fruit drop. The next phase occurred from the 63rd to the 98th day and showed a rapid dry matter

  9. Biométria de frutos e sementes de Luetzelburgia auriculata (Allemão Ducke

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Ferreira Barroso

    2016-12-01

    Full Text Available A Caatinga apresenta uma grande diversidade de espécies vegetais, dentre elas Luetzelburgia auriculata é uma das espécies predominantes no bioma, desempenhando papel fundamental para o ecossistema local. Este trabalho objetivou descrever as características biométricas de frutos e sementes de Luetzelburgia auriculata.  Para a descrição das características da semente foram coletados 200 frutos e 200 sementes de plantas nativas do município de Santa Helena, Paraíba. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Nutrição Mineral de Plantas do Centro de Saúde e Tecnologia Rural de Universidade Federal de Campina Grande para a realização das devidas aferições biométricas. Os frutos foram analisado pelo comprimento, espessura superior, mediana e inferior; largura superior, mediana e inferior. Para as sementes, foram analisados comprimento, espessura e a largura. Verificou-se que o comprimento dos frutos variou de 50,7 a 98,2 cm, a espessura de 6,00 a 17 mm e largura variando de 12,4 a 21,8 mm. Em relação às sementes, 46% se enquadraram na classe de comprimento com intervalo de 19,9 a 20,8 mm. A espécie Luetzelburgia auriculata apresentam variabilidade nas características biométricas de frutos e sementesBiometrics of fruit and seeds of Luetzelburgia auriculata (Allemão DuckeAbstract: The Caatinga presents a great diversity of plant species, among them the woodpecker (Luetzelburgia auriculata (Allemao Ducke. is one of the predominant species in the biome, playing a fundament al role for the local ecosystem. This work aimed to describe the biometric characteristics of fruits and seeds of Pau de Pedra. For the description of the characteristics of the Luetzelburgia auriculata (Allemão Ducke seed, 200 fruits and 200 seeds of native plants of the municipality of Santa Helena, Paraíba state were collected for biometry and seed mass. Afterwards they were packed in plastic bags and properly identified and taken to Laboratório de

  10. Caracterização de plantas e de frutos de araticunzeiro (Annona crassiflora Mart. nativos no Cerrado Matogrossense

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alex Caetano Pimenta

    2014-12-01

    Full Text Available O araticunzeiro (Annona crassiflora Mart - Annonaceae é uma frutífera nativa do cerrado brasileiro que necessita de estudos visando à geração de dados para subsidiar pesquisas relativas à sua domesticação. Com o presente trabalho, objetivou-se estudar uma população de araticunzeiro em relação ao diâmetro do caule e altura das plantas, à produção e às características físicas e químicas de frutos. Nas plantas, mensuraram-se diâmetro do caule, altura e produção de frutos. Nos frutos, analisaram-se os diâmetros longitudinal (DL e transversal (DT, a relação DL/DT, as massas do fruto, da casca, da semente e da polpa, e calculou-se o rendimento de polpa. Na polpa, efetuaram-se as determinações de sólidos solúveis (SS, acidez titulável (AT, relação SS/AT, pH e umidade. As árvores possuem diâmetro do caule de 10,4±3,1 cm e altura de 3,7±0,7m com produção média de 6,0±3,6 frutos por planta. Em média, os frutos possuem DL de 14,2±1,4, DT de 15,2±2,2 e relação DL/DT de 0,9±0,1; possuem massa média de 1.565,5±508,5g, tendo as massas da casca, das sementes e da polpa médias de 662,2±198,2g, 179,8±66,2g e 723,5±276,7g, respectivamente, com rendimento médio de polpa igual a 45,9±4,7% do fruto. Na polpa, constataram-se médias de SS de 17,60±1,86 ºBrix, AT de 0,37±0,11% de ácido málico, relação SS/AT de 52,23±17,64, pH de 4,45±0,23 e umidade média igual a 74,3±2,86%. O araticunzeiro possui características físicas e químicas que o tornam uma alternativa para a fruticultura nativa brasileira.

  11. Fertilidade do solo, crescimento e qualidade de frutos do mamoeiro Tainung sob fertirrigação com potássio

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    David Correia dos Anjos

    Full Text Available RESUMOO objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da fertilidade do solo, o crescimento, composição mineral nas folhas e no pecíolo, produtividade e qualidade dos frutos do mamoeiro Formosa, Cv. 'Tainung Nº. 1'; em função de níveis de adubação potássica no solo, aplicados via fertirrigação. O experimento foi conduzido durante os anos agrícolas de 2008/2009 e 2010/2011, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco repetições, instalado em uma área de cultivo comercial no Município de Russas, CE. Os tratamentos corresponderam a quatro doses de KCl (60; 120; 180 e 240 g planta mês-1, aplicados na forma de KCl na água de irrigação, juntamente com a adubação convencional via solo, utilizada no cultivo do mamão no Neossolo Quartzarênico da fazenda. As doses influenciaram na fertilidade do solo, aumentando os teores de N, P, K+, matéria orgânica; e percolou as bases do solo, maximizou o desenvolvimento e a produtividade do mamoeiro. A absorção de N, P e K+ no mamoeiro, é superior no seu pico de produção; e o P foi o nutriente que mais acumulou no fruto. A qualidade dos frutos foi influenciada pelas doses de K+, e a dose 180 g de KCl planta mês-1 favoreceu a produção de frutos de melhor qualidade para consumo de mesa e processamento da polpa.

  12. Aminoethoxivinilglicina no controle do amadurecimento de frutos de caqui cv. Fuyu Aminoethoxyvinylglycine in the ripening control of persimmon fruits cv. Fuyu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Fuentes Fagundes

    2006-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar o efeito de aminoethoxivinilglicina (AVG, aplicado na pós-colheita, no amadurecimento de frutos de caqui (Diospyros kaki L. cv. Fuyu, armazenados à temperatura de 0 ± 2 ºC. Os frutos foram imersos durante dois minutos em solução de AVG, na concentração de 0; 415; 830 e 1.200 g ha-1 e dissolvidos em água destilada e adição de espalhante adesivo (óleo vegetal a 0,02% (v/v, secos à temperatura ambiente no barracão e armazenados em câmara fria a 0 ± 2 ºC e 95±2 % UR, e avaliados aos 32 e 52 dias com relação à firmeza, sólidos solúveis, pH da polpa, acidez titulável e injúria por frio. O AVG mostrou-se promissor no uso pós-colheita em caqui, onde os frutos tratados conservaram índices de firmeza linear em função da dose e teores de AT, SS e pH aceitáveis para o 'Fuyu'. Porém os frutos apresentaram translucidez, característica de injúria por frio, indicando a necessidade de novos estudos para se compreender a fisiologia pós-colheita deste fruto.An experiment was carried out to analyze the effect of the application of Aminoethoxyvinylglycine (AVG in post harvest application in persimmon fruits (Diospyros kaki L. cv. Fuyu stored at a temperature of 0 ± 2ºC. The fruits were immersed for two minutes into an AVG solution at a concentration of 0; 415; 830; 1200 g ha-1 and dissolved in distillated water. Then it was added adhesive spreader (vegetable oil 0.02% (v/v, dried at room temperature and stored at 0 ± 2 ºC and 95±2 % humidity. The treatments were evaluated on the 32nd and 52nd days to check the firmness, soluble solids, pH of the pulp, tritable acidity and chilling injury. The AVG may be promising in post harvest use with persimmon fruits, where treated fruits preserved linear levels of firmness in function of the doses and TA, SS and pH levels are acceptable for cv. Fuyu. However, fruits showed translucency, which are characteristics of chilling injury, indicating that new studies are

  13. Estudo da Secagem de Frutos Tropicais do Nordeste

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas de Souza Barbosa

    2014-06-01

    Full Text Available A fruticultura é um dos segmentos mais importantes na agricultura nacional, porém um grande problema enfrentado pelos fruticultores é a conservação dos frutos maduros. As frutas tropicais caracterizam-se pelo fato de ser sazonais, com produção restrita a determinadas épocas do ano, podendo se verificar o aparente fenômeno da super produção, isto é, a quantidade oferecida na safra é maior do que a quantidade absorvida pelo mercado consumidor. A falta de tecnologias adequadas para o melhor aproveitamento dos frutos tem contribuído para um alto índice de desperdício cerca de centenas de toneladas ano. A desidratação de frutas vem sendo objeto de muitas pesquisas com o propósito de se obter técnicas que proporcionem, além de baixo custo, a manutenção da qualidade dos produtos desidratados. Neste sentido o presente trabalho objetivou o estudo da secagem convencional dos frutos tropicais (banana, abacaxi, manga e caju visando à obtenção dos frutos desidratados e a sua caracterização físico-química. Após a obtenção das amostras essas foram submetidas à secagem convencional e posteriormente realizado às analises de pH, sólidos solúveis, acidez total titulável, vitamina C e açúcares totais no Laboratório de Tecnologia de Alimentos da UFERSA e UFCG. De acordo com os resultados obtidos, os frutos desidratados apresentaram teores de nutrientes próximos aos relatados na literatura demonstrando que a secagem é uma excelente alternativa para a sua conservação, contribuindo assim para redução das perdas pós-colheita e com a agregação de valor ao produto seco.

  14. ASPECTOS MORFOANATÔMICOS DE FRUTOS DE TOMATEIRO CULTIVAR ÂNGELA GIGANTE, SUBMETIDOS A TRATAMENTOS COM REGULADORES VEGETAIS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA BERNARDETE GONÇALVES MARTINS

    1997-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como finalidade obter dados morfológicos de frutos de tomateiro, Lycopersicon esculentum Mill. `Ângela Gigante', submetidos à ação de reguladores vegetais, em dois ensaios que ocorreram em épocas distintas, em casa de vegetação. As mudas foram selecionadas e transplantadas para vasos com capacidade de 12 L de terra, contendo uma mistura de solo argiloso, areia, matéria orgânica e uma adubação mineral complementar de N, P, K. No segundo ensaio, após o transplante das mudas, além da adubação mineral complementar de N, P, K, efetuaram-se adubações adicionais (fertirrigação. Em ambos os ensaios, quando as plantas atingiram quatro folhas definitivas, realizaram-se as pulverizações com giberelina, GA3 50 mg/L; ácido naftalenacético, NAA 100 mg/L; cloreto (2-cloroetil trimetilamônio, CCC 1.500 mg/L e ácido succínico -2,2 dimetil-hidrazida, SADH 3.000 mg/L. Em relação aos estudos anatômicos, observou-se que os tratamentos com retardadores vegetais (CCC e SADH produziram frutos firmes, com formato tipo barril e ombros salientes; entretanto, em seção transversal, notou-se perda de viscosidade e atrofia de sementes, principalmente nos frutos de plantas tratadas com SADH. Os tratamentos com NAA e GA3 causaram eventual formação de frutos geminados. O tratamento com GA3 apresentou o parênquima do pericarpo com grãos de amido em processo de fragmentação, provavelmente em virtude de o GA3 acelerar a atividade da amilase, afetando o processo de maturação dos frutos e transformando o amido em açúcares. Notaram-se no mesocarpo células com grande quantidade de cristais de oxalato de cálcio sob a forma de areia cristalina. Do tratamento com CCC resultaram frutos suculentos com células da placenta degeneradas, deixando livre grande quantidade de mucilagem. O pericarpo apresentou grande quantidade de grãos de amido composto em toda a extensão, provavelmente por haver um atraso no processo de

  15. Desempenho de sistemas alagados no tratamento de águas residuárias do processamento dos frutos do cafeeiro

    OpenAIRE

    Fia,Ronaldo; Matos,Antonio T. de; Queiroz,Maria E. L. R. de; Cecon,Paulo R.; Fia,Fátima R. L.

    2010-01-01

    Nove sistemas alagados (SACESHs) foram construídos em escala piloto (1,5 m de comprimento, 0,5 de largura e 0,4 m de profundidade), cultivados com Typha sp. e Alternanthera phyloxeroides, e operados sob diferentes taxas de aplicação orgânica, no tratamento da água residuária do processamento dos frutos do cafeeiro (ARC). Três sistemas receberam ARC sem nenhum pré-tratamento, em três foi aplicada ARC com correção de pH e correção nutricional e nos três últimos os efluentes de filtros anaeróbio...

  16. Efeito do ensacamento dos frutos no controle de pragas e doenças e na qualidade e maturação de maçãs 'Fuji Suprema'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Teixeira

    2011-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de embalagens de diferentes materiais para a proteção contra pragas e doenças e seu efeito sobre a qualidade físico-química, maturação e teor de cálcio (Ca em maçãs 'Fuji Suprema'. O experimento foi desenvolvido nas safras de 2007/2008 e 2008/2009, em pomar manejado sob o sistema orgânico, localizado na região de São Joaquim (SC. O pomar era composto por plantas de dez anos de idade da cultivar Fuji Suprema, sobre porta-enxerto 'Marubakaido', com interenxerto 'EM-9'. Depois do raleio manual, aproximadamente 40 dias após a plena floração, os frutos foram ensacados com embalagens plásticas transparentes microperfuradas ou de tecido não texturizado (TNT. Os frutos foram mantidos ensacados até a colheita. A testemunha foi constituída por frutos não ensacados. Na colheita, os frutos foram avaliados quanto aos danos provocados por mosca-das-frutas (Anastrepha fraterculus, mariposa oriental (Grapholita molesta e lagarta enroladeira (Bonagota salubricola. As doenças foram avaliadas pela incidência de sarna da macieira (Venturia inaequalis, podridão amarga (Colletotrichum gloeosporioides e podridão carpelar (Alternaria sp., Fusarium sp.. Também foi avaliada a incidência de distúrbios fisiológicos "russeting" e "bitter pit", atributos físico-químicos de maturação e qualidade e o teor de Ca nos frutos. Independentemente do tipo de embalagem verificou-se que o ensacamento é prática eficaz na proteção contra o ataque de insetos, mas não reduz a incidência e o desenvolvimento de doenças nos frutos. Na safra de 2008/2009, o ensacamento dos frutos aumentou o teor de Ca e reduziu a incidência de "bitter pit", e aumentou a incidência do "russeting". O ensacamento dos frutos antecipou a maturação, especialmente com embalagem plástica transparente microperfurada, e reduziu a coloração vermelha, especialmente com embalagem TNT.

  17. Biometria de frutos e sementes e emergência de plântulas de duas espécies frutíferas do gênero Campomanesia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michele Camargo de Oliveira

    2011-06-01

    Full Text Available As espécies Campomanesia adamantium e Campomanesia pubescens são morfologicamente semelhantes, ocorrem em ambientes comuns do Bioma Cerrado, por isso são difíceis de serem separadas e identificadas. Os objetivos foram analisar dados biométricos de frutos e sementes de C. adamantium e de C. pubescens, além do processo de emergência das plântulas, para fins de comparações entre as espécies. Em novembro de 2007, de 50 frutos de cada espécie, foram realizadas medidas do comprimento transversal (mm e longitudinal (mm dos frutos e das sementes, massa da matéria fresca dos frutos (g, número de lóculos por fruto e número de lóculos com sementes. Para o teste de emergência, dois experimentos independentes, um para cada espécie, foram instalados em delineamento inteiramente casualizado, com seis métodos de beneficiamento dos frutos para remoção, secagem ou lavagem da mucilagem e quatro repetições com 40 sementes por parcela. Com frutos mais volumosos, com maior acúmulo de massa fresca e maior amplitude biométrica em relação aos de C. pubescens, C. adamantium apresenta potencial para seleção de materiais promissores para fins de melhoramento. A secagem à sombra por 24 horas das sementes com mucilagem reduz os percentuais de emergência e de plântulas normais, além da velocidade de emergência de plântulas de C. adamantium, embora este método seja indiferente para plântulas de C. pubescens. Sob as mesmas condições experimentais, plântulas de C. pubescens apresentam maior capacidade de emergência e de plântulas normais, além de maiores frequências diárias de plântulas emersas e redução dos tempos de emergência em relação às plântulas de C. adamantium.

  18. Influência de películas de fécula de mandioca na qualidade pós-colheita de frutos de pimentão (Capsicum annuum L.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VICENTINI Nívea Maria

    1999-01-01

    Full Text Available A proposta em estudo é o uso de películas comestíveis, derivadas de fécula de mandioca na manutenção da qualidade de frutos de pimentão após a sua colheita. Frutos de pimentão (Capsicum annuum L. receberam tratamento com películas de amido, com a finalidade de avaliar a sua eficiência como barreira à perda de água, bem como sua influência nas propriedades físicas e químicas dos mesmos. Os frutos foram mergulhados por um minuto em suspensões a 1, 3 e 5% de fécula, secos naturalmente ao ar e armazenados em condições ambientais, onde a temperatura e umidade relativa médias do período variaram de 26,0-29,0° C e 59,5-71,5%, respectivamente. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial com 16 tratamentos, 3 repetições e 2 frutos por parcela. As análises de controle (porcentagem de perda de peso, textura, pH e teor de sólidos solúveis, foram feitas a cada três dias por um período de 12 dias. As películas a 3 e 5% mantiveram os frutos firmes. Os tratamentos não influenciaram significativamente na perda de peso, pH e no teor de sólidos solúveis.

  19. Efeito da aplicação de biofertilizante e outros produtos químicos e biológicos, no controle da broca pequena do fruto e na produção do tomateiro tutorado em duas épocas de cultivo e dois sistemas de irrigação Effect of biofertilizer, and others biological and chemical products, in controlling the fruit small driller and in the production of staked tomato in two planting seasons and two irrigation systems

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Urbana C. Nunes

    2001-03-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de biofertilizante, associado ou não a produtos biológicos e químicos, em diferentes condições de irrigação, sobre a produção do tomateiro tutorado e a ocorrência da broca pequena do fruto. Os experimentos foram conduzidos na região de Itabaiana (SE nos períodos seco e chuvoso. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com 13 tratamentos e quatro repetições, sendo cada parcela composta de 48 plantas no espaçamento de 1,00 x 0,50 m com uma planta por cova conduzida com duas hastes. A eficiência dos tratamentos variou com a época de plantio e com o sistema de irrigação utilizado. De modo geral, na época chuvosa, obteve-se maiores produções totais e comerciais superando as produções obtidas na época seca em 82% e 59%, respectivamente, e um maior peso médio de frutos. Também na época chuvosa a percentagem de frutos brocados foi significativamente superior àquela obtida na época seca. Para o plantio na época seca, os melhores tratamentos foram: a com irrigação por aspersão: Bacillus thuringiensis subsp. Kurstaki (Btk isolado ou em combinação com clorfluazuron; deltametrina + clorfluazuron e Btk + biofertilizante; b com irrigação por gotejamento: Btk + clorfluazuron. Para o plantio na época de chuva destacaram-se os tratamentos: a com irrigação por aspersão: Btk + clorfluazuron; biofertilizante + teflubenzuron e clorfluazuron; b com irrigação por gotejamento: biofertilizante + clorfluazuron e biofertilizante + abamectin.The objective of this study was to evaluate the effects of a biofertilizer associated or not with biological and chemical products under different irrigation systems upon the yield of staked tomato and the occurrence of the "small fruit borer". The experiments were carried out at Itabaiana county, Sergipe State, Brazil, during the dry and wet seasons, on a randomized blocks design with 13 treatments and four replications. Each plot contained 48 plants, with two

  20. Determinação do potencial antioxidante in vitro de frutos do Cerrado brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Lopes Morais

    2013-06-01

    Full Text Available Extratos em metanol e acetona de diferentes espécies do Cerrado, semente de Solanum lycocarpum A. St.-Hil (Lobeira, polpa de Byrsonima verbascifolia (L. DC. (Murici, epicarpo e mesocarpo de Caryocar brasiliense Cambess (Pequi e pendúculo de Cipocereus minensis F. Ritter (Quiabo-da-lapa foram submetidos a ensaios antioxidantes in vitro para avaliar a capacidade de sequestrar os radicais orgânicos DPPH e ABTS.+, reduzir o ferro (FRAP e/ ou inibir a peroxidação lipídica (β-caroteno. Todas as amostras apresentaram considerável atividade antioxidante, embora em diferentes proporções, destacando-se o mesocarpo de Caryocar brasiliense como o responsável pela maior atividade antioxidante por captura de radicais livres (DPPH e ABTS e poder de redução do metal (FRAP e o pendúnculo de Cipocereus minensis frente à inibição da peroxidação lipídica (B-caroteno. Os frutos estudados podem ser considerados fontes potenciais de antioxidantes naturais e podem ser explorados como aditivos alimentares promissores para a prevenção de doenças, bem como para a manutenção da saúde.

  1. Reguladores de crescimento na frutificação efetiva e qualidade de frutos partenocárpicos de atemoia 'Gefner'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marlon Cristian Toledo Pereira

    2014-04-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de reguladores de crescimento vegetal sobre a frutificação efetiva e a qualidade de frutos partenocárpicos de atemoia 'Gefner'. O experimento foi realizado em pomar de atemoia 'Gefner', em Homestead, Flórida, EUA. Utilizou-se um delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, cinco repetições e seis flores por parcela. Os tratamentos foram compostos por: T1, ácido naftaleno acético a 450 mg L-1 e ácido giberélico a 1.000 mg L-1; T2, promalina a 100 mg L-1 e ácido giberélico a 1.000 mg L-1; T3, ácido giberélico a 1.000 mg L-1; e T4, polinização artificial (testemunha. Foram avaliados a frutificação efetiva, o crescimento e a qualidade dos frutos. A aplicação dos ácidos naftaleno acético e giberélico a flores de atemoia 'Gefner' proporcionou elevada frutificação efetiva, semelhante à da polinização artificial. A aplicação do ácido giberélico, associado ou não ao ácido naftaleno ou à promalina, resulta na produção de frutos de atemoia 'Gefner' mais tardios e menores do que os oriundos da polinização artificial, mas com boa proporção de polpa, excelente teor de sólidos solúveis e, principalmente, frutos sem sementes (partenocárpicos.

  2. Cultivo de melão rendilhado com dois e três frutos por planta Evaluation of net melon cultivars conducted with two and three fruits per plant

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hamilton César de O Charlo

    2009-06-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar cultivares de melão rendilhado produzidas em plantas sob raleio dos frutos. Foram estudadas as cultivares Maxim, Louis, Fantasy, Shinju 200, e Bônus nº2, com as plantas conduzidas com dois e três frutos. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5x2, com quatro repetições e com as plantas dispostas no espaçamento de 1,0 m entre linhas e 0,5 m entre plantas. O experimento foi realizado em casa de vegetação, utilizando-se fertirrigação e vasos plásticos de 13 L, preenchidos com fibra da casca de coco Golden Mix® Misto 98. As mudas foram produzidas em bandejas de poliestireno expandido de 128 células e quando estavam com a primeira folha definitiva completamente desenvolvida foram transplantadas aos vasos. Foram avaliados o rendilhamento da casca, os diâmetros longitudinal e transversal do fruto, o índice de formato do fruto, os diâmetros longitudinal e transversal do lóculo, o índice de formato do lóculo, a espessura do mesocarpo, a massa média dos frutos e a produção por planta. Não houve interação entre os fatores estudados. Nas condições deste experimento, a condução de dois frutos por planta resultou em maior rendilhamento da casca, maior diâmetro transversal do fruto, maior diâmetro longitudinal do lóculo e maior massa média dos frutos. Porém, as maiores produções por planta foram observadas quando conduzidas com três frutos. Os híbridos Fantasy e Shinju 200 apresentaram as melhores características de frutos e maiores produções.The pruning of fruits of net melon cultivars was evaluated in this study. The cultivars Maxim, Louis, Fantasy, Shinju 200 and Bônus nº2 were evaluated in plants bearing two and three fruits. The experimental design was of randomized blocks in factorial scheme 5 x 2, with four replications and the plants arranged in the spacing of 1.0 m between lines and 0.5 m between plants. The experiment was conducted in

  3. Caracterização física de frutos e putâmens e taxa de ataque por Carmenta sp. a pequizeiros (Caryocar brasiliense Camb. no norte de Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Rodrigues da Luz

    2011-09-01

    Full Text Available O pequizeiro é uma espécie nativa do cerrado brasileiro, cujos frutos, explorados de forma extrativista, têm grande importância econômica. O extenso período de oferta dos frutos do pequi, aliado à heterogeneidade das regiões produtoras levam a crer na existência de diferenças entre as suas características físicas. Dessa forma, este trabalho objetivou comparar as características físicas de frutos de pequizeiro coletados em três municípios do norte de Minas Gerais e verificar se a taxa de ataque por Carmenta sp. está diretamente relacionada com as características biométricas. Assim, foram marcados 10 indivíduos e coletados 20 frutos de cada árvore, em Montes Claros, Mirabela e Japonvar, totalizando 200 frutos por área. Foram determinados as variáveis físicas dos frutos e dos putâmens, o número de frutilhos, de putâmens e de sementes e a porcentagem de frutos e de putâmens intactos e danificados. Os resultados indicaram que há diferenças nas características físicas entre as localidades, possuindo a região de Japonvar os putâmens mais vigorosos e com menor taxa de ataque pela broca-do-pequizeiro. Além disso, a porcentagem de ataque por Carmenta sp. relacionou-se com a espessura da casca e o comprimento dos frutos nas localidades de Japonvar e Mirabela, respectivamente. As diferenças encontradas entre as localidades podem estar associadas às influências climáticas e edáficas das regiões, que podem ressaltar certos aspectos de sua composição genética.

  4. Características biométricas e descrição morfológica de frutos, sementes e plântulas de Combretum leprosum Mart.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renan da Cruz Paulino

    2013-10-01

    Full Text Available 800x600 O mofumbo (Combretum leprosum Mart. é uma planta com uso na apicultura, medicina popular, forrageira, e com grande potencial na recuperação de áreas degradadas, principalmente por ser resistente a queimadas e cortes. Foram conduzidos estudos visando a caracterizar frutos, sementes, plântulas, mudas, germinação e emergência de Combretum leprosum. Foram realizadas medições de frutos e sementes, com paquímetro digital; massa de 1000 frutos e 1000 sementes, em balança semi-analítica; teor de umidade das sementes, pelo método de estufa a 105±3ºC por 24hs; 100 sementes foram colocadas para germinar em bandeja de germinação contendo fibra de coco para descrição da germinação e confecção das ilustrações. A unidade de dispersão é o fruto, seco, indeiscente, castanho, do tipo betulídio com uma semente por fruto. A semente é monospérmica com 4 estrias longitudinais; peso de mil sementes é 117,3g com 11,5% de umidade. A germinação é hipógea criptocotiledonar, com cotilédones de armazenamento. Protófilos e metáfilos apresentam diferenças na filotaxia. Os resultados obtidos podem ser empregados na identificação taxonômica e em trabalhos de tecnologia de sementes. Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4

  5. PHYSICAL CHARACTERIZATION OF PEQUI FRUITS (Caryocar brasiliense Camb. IN THE GOIÁS STATE CARACTERIZAÇÃO FÍSICA DE FRUTOS DO PEQUIZEIRO (Caryocar brasiliense Camb. NO ESTADO DE GOIÁS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Vera

    2007-09-01

    Full Text Available

    The Brazilian Cerrado region presents large biodiversity in its ecosystem. Native fruit trees stand out, with tens of species used by locals for feeding. In the Goiás legumes and fruits victualling center (Central de Abastecimento de Goiás ? CEASA, the most commercialized Brazilian Cerrado fruit is pequi. The harvest period occurs from September to February, the fruit originating from different regions of Goiás, Minas Gerais, Tocantins, and Bahia states. This research had as objective to evaluate physical characteristics of pequi tree fruits from five Goiás state regions. Three subpopulations in each region, called areas, were identified. In each area, five trees were chosen for fruit sampling. Physical characteristics analyzed were fruit mass, peel, pit, pulp and almond; fruit and pit dimensions; peel thickness and pulp color. Results indicate differences in fruits physical characteristics for regions. The edible fresh pulp represents 8.53% of fruit mass; differences in physical characteristics of fruits were observed mainly in fruits within plants, in plants within areas and among areas.

    KEY-WORDS: Brazilian savannah; cerrado; pequi; native fruitfull.

    A região dos Cerrados brasileiros apresenta grande biodiversidade em seu ecossistema. As fruteiras nativas da região muito se destacam, com dezenas de espécies utilizadas pela população local para alimentação. Na Central de Abastecimento de Goiás, a principal fruta nativa do cerrado comercializada é o pequi. O período de safra ocorre nos meses de setembro a fevereiro, e o fruto é proveniente de diferentes regiões dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Tocantins e Bahia. Este trabalho teve como objetivo avaliar as características físicas dos frutos de pequizeiros oriundos de cinco regiões do Estado de Goiás. Em cada regi

  6. Propiedades físico-mecánicas del fruto y del sistema fruto-pedúnculo del café variedad colombia.

    OpenAIRE

    Alvarez Tobón, Elizabeth; Alvarez Mejia, Fernando; Oliveros Taseón., Carlos; Montoya Restrepo, Esther Cecilia

    2011-01-01

    En el Centro Nacional de Investigación de café CENICAFE, se estudió para café cereza variedad Colombia de frutos amarillos y rojos, de 2,3 y 4 años en estado de maduración verde, pintón y maduro, las propiedades físicas y mecánicas del sistema fruto-pedúnculo: dimensiones de los frutos, peso, momento de inercia con respecto a los tres ejes(x, y, z), longitud, diámetro y rigidez del pedúnculo, fuerza de tracción y momentos flectores y torsores necesarios para el desprendimiento de los frutos....

  7. Desenvolvimento de bebidas mistas de frutos do gênero Spondias a base de água de coco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Marlene da Silva Vieira

    2015-04-01

    Full Text Available O objetivo do trabalho foi desenvolver formulações de bebidas mistas, com água de coco e polpas de frutos do gênero Spondias (umbu e umbu-cajá, na forma pronto para beber e avaliar às características físico-químicas, microbiológicas e sensoriais. Após a colheita, os frutos (umbu e umbu-cajá foram acondicionados em caixas isotérmicas. A polpa foi submetida a um tratamento térmico (90°C por 60 segundos seguido de enchimento a quente (85°C em sacos plásticos de 500g e fechadas hermeticamente. Após o fechamento, as embalagens foram resfriadas, rotuladas, acondicionadas em caixas de papelão e armazenadas a temperatura de refrigeração (8ºC ± 2ºC, para depois serem submetidas à elaboração da bebida mista. Para formulação final da bebida foram testadas oito formulações, com diferentes concentrações de suco de frutos do gênero Spondias (umbu e umbu-cajá e teores de sólidos solúveis. As formulações foram testadas com uma concentração de suco de frutas de 25, 35 e 45% (umbu e 25, 30 e 35% (umbu-cajá e teores de sólidos solúveis de 11 e 13ºBrix.A bebida formulada manteve uma adequada estabilidade e qualidade microbiológica, indicando boas condições higiênico-sanitárias de processamento e eficiência do tratamento térmico utilizado. Concluiu-se que a mistura de água de coco e polpa de umbu e umbu-cajá são viáveis na elaboração de bebidas, dentro do processamento utilizado, e pode representar um bom potencial de mercado a ser explorado.

  8. Structure and development of fruits and seeds of weed species of Euphorbiaceae Estrutura e desenvolvimento de frutos e sementes de espécies invasoras de Euphorbiaceae

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karina Bertechine Gagliardi

    2012-03-01

    Full Text Available Euphorbiaceae s.l. presents several morphological types of fruits, of which the schizocarp is the most common. The fruits of weed species of Euphorbia graminea Jacq., Euphorbia heterophylla L., Euphorbia hirta L. (= Chamaesyce hirta (L. Millsp. and Euphorbia prostrata Aiton (= Chamaesyce prostrata (Aiton Small are objects of this study. Inflorescences and fruits in development were collected on the campus of the State University of Maringa (UEM, Brazil, fixed in FAA 50 and glutaraldehyde, dehydrated and sectioned with a rotary microtome according to standard morphology and anatomy techniques. The species present several anatomical similarities, though there are some differences related to the outer epidermis of the ovaries, which is glabrous in E. graminea and hairy in the other species. The ripe fruits present a papilose exocarp and lack trichomes, except for E. hirta. The ovules are anatropous, bitegmic and crassinucellate; the seeds are exotegmic and the embryos are straight.Euphorbiaceae s.l. apresenta vários tipos morfológicos de frutos, sendo o mais comum o esquizocarpo. Os frutos das espécies invasoras Euphorbia graminea Jacq., Euphorbia heterophylla L., Euphorbia hirta L. (= Chamaesyce hirta (L. Millsp. and Euphorbia prostrata Aiton (= Chamaesyce prostrata (Aiton Small são objetos do presente estudo. As inflorescências e frutos em desenvolvimento foram coletados no campus da Universidade Estadual de Maringá (UEM, Brasil, fixados em FAA 50 e glutaraldeído, desidratados e secionados em micrótomo de rotação, de acordo com as técnicas usuais em anatomia. As espécies apresentam muitas semelhanças anatômicas, embora haja algumas diferenças relacionadas à epiderme externa do ovário, que é glabra em E. graminea e pilosa nas outras espécies. O fruto maduro apresenta exocarpo papiloso e desprovido de tricomas, com exceção de E. hirta. O óvulo é anátropo, bitegumentado e crassinucelado, e as sementes são exotégmicas com

  9. Maturação de frutos de Caesalpinia echinata Lam., pau-brasil Maturation of fruits of Caesalpinia echinata Lam. (Brasil wood

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francismar Francisco Alves Aguiar

    2007-02-01

    Full Text Available Estudaram-se parâmetros indicativos da maturação de frutos de árvores de Caesalpinia echinata, visando determinar a melhor época de colheita para propagação. Foram utilizadas 10 plantas-matriz cultivadas em Mogi-Guaçu, SP, nas quais foram etiquetadas 250 inflorescências no pico da floração para acompanhamento da maturação. As coletas de frutos tiveram início a partir da 5ª semana após a antese, prolongando-se até a 9ª, com intervalos de sete dias. Em cada coleta, analisaram-se os parâmetros: comprimento, largura e teor de água dos frutos; teor de água das sementes (após três dias de exposição ao sol para deiscência do fruto e extração da semente; porcentagem de germinação e peso de matéria seca de frutos, sementes e plântulas. Observou-se, ainda, a coloração dos frutos como parâmetro visual de maturação das sementes. O experimento foi repetido por três anos. Os testes de germinação foram realizados em caixas Gerbox contendo vermiculita umedecida com água destilada. As sementes foram colocadas para germinar em câmara regulada para 30 ºC e fotoperíodo de 12 horas O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualizado com quatro repetições de 25 sementes por parcela, nos anos de 1991, 1992 e 1993. As leituras de germinação foram realizadas nos 4º e 8º dias após a semeadura. Pelos resultados, conclui-se que o momento ideal para coleta dos frutos de C. echinata é no estádio de pré-dispersão (entre a 8º e 9º após a antese visualizado através da coloração, quando estes mudam de verde para castanho.Several indicative parameters regarding fruit maturity of Caesalpinia echinata were studied in order to establish the ideal harvest time. Ten matrix plants were cultivated in Moji-Guaçu, SP (22°11' to 1022°18' S and 47°13' to 47°20' WG, altitude between 600m and 730m. The climate of the region is classified as Cwa. Two hundred and fifty blossoms were tagged during the the peak

  10. Effects of peeling methods on the quality of cubiu fruits Efeito dos métodos de descasque na qualidade dos frutos de cubiu

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luty Gomez Caceres

    2012-06-01

    em lotes (150 frutos cada e submetidos aos seguintes tratamentos: imersão em solução (fervente de NaOH a 2,5%, exposição ao vapor de água e imersão em água a 96 ºC por 5, 10, 15 e 20 minutos. A casca liberada durante os tratamentos térmicos foi removida sob a água corrente. No controle, os frutos foram descascados (sem aquecimento com faca de aço inoxidável. Os tratamentos foram avaliados pela totalidade e facilidade do descascamento, integridade dos tecidos, textura e atividade da peroxidase. O tratamento em solução fervente de NaOH 2,5% (5 minutos destacou-se como o melhor tratamento uma vez que inibiu o escurecimento enzimático, intensificou a cor natural amarela do fruto, descascou inteira e facilmente todos os frutos e não danificou a integridade dos tecidos. Este tratamento foi escolhido e recomendado para o processamento industrial do cubiu por promover simultaneamente o descascamento e branqueamento do fruto.

  11. Fenologia da aceroleira cv. Olivier em Junqueirópolis-SP

    OpenAIRE

    Adriano,Elisa; Leonel,Sarita

    2012-01-01

    A aceroleira é uma planta de clima tropical que produz frutos muito ricos em vitamina C. Apesar de ser amplamente difundida, são poucos os trabalhos realizados com essa cultura no País. O presente trabalho objetivou avaliar a fenologia e o crescimento dos frutos da aceroleira cv. Olivier em duas épocas. Para tanto, foi implantado um experimento em pomar comercial no município de Junqueirópolis-SP. Foram avaliados dois ciclos reprodutivos: setembro de 2009 e janeiro de 2010, sendo que, em cada...

  12. Derriçadora portátil na colheita total e seletiva de frutos do cafeeiro Portable harvester in the total and selective harvesting of coffee fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiano Márcio Alves de Souza

    2006-11-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de derriçadoras portáteis durante a colheita seletiva e total dos frutos, em dois sistemas de colheita. Foram determinados a carga pendente da planta, a capacidade de derriça, o índice de desfolha, a eficiência de derriça, o índice de frutos verdes no produto, o nível de ruído e o consumo horário e específico de combustível. O sistema de colheita, utilizando-se duas derriçadoras portáteis, simultaneamente na mesma fileira de cafeeiros, apresentou melhor desempenho. A colheita seletiva foi muito influenciada pela porcentagem de frutos maduros e carga pendente do cafeeiro.The objective of this work was to evaluate the performance of a portable coffee harvester to mountain areas. Two procedures were tested: harvesting all fruits in only one operation, and the selective harvesting. Coffee yield, harvesting capacity, index of leaves taken during harvesting process, harvesting efficiency, noise level and fuel consumption were measured. The harvesting system with two portable harvester presented better performance than with only one machine. Selective harvesting was highly influenced by the percentage of ripen fruits and by coffee yield.

  13. Estádio de maturação de frutos e influência de ácido giberélico na emergência e crescimento de Passiflora spp.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Henrique Barbosa Santos

    2016-09-01

    Full Text Available RESUMO O objetivo deste trabalho foi avaliar a emergência e crescimento inicial de plantas de Passiflora spp. com sementes obtidas de frutos em diferentes estádios de maturação e tratadas com diferentes concentrações de ácido giberélico (GA3. As espécies avaliadas foram Passiflora alata, P. cincinnata, P. setacea, P. edulis e P. gibertii. No primeiro ensaio as sementes utilizadas foram extraídas de frutos em diferentes estádios de maturação e semeadas em sacos de polietileno no delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 x 3 (espécie x estádio de maturação com cinco repetições. Um segundo e terceiro experimentos avaliaram respectivamente sementes armazenadas por 11 meses e sementes coletadas de frutos recém-colhidos das mesmas espécies, imersas em solução de GA3 (0; 250; 500 e 1.000 mg L-1 e transferidas para substrato agrícola. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 4 (espécie x concentração de GA3, com quatro blocos e vinte e cinco sementes por parcela, para análise da emergência. Frutos a partir do estádio "de vez" podem ser colhidos para P. cincinnata, P. alata, P. edulis e P. setacea, sem prejuízo da qualidade fisiológica das sementes. A solução de GA3 até 1.000 mg L-1 não incrementou a emergência e o crescimento inicial de plantas de Passiflora spp. armazenadas por 11 meses. Sementes obtidas de frutos maduros recém-colhidos de Passiflora spp. apresentam emergência mais alta e mais rápida, e crescimento inicial de plantas, após imersão em solução de GA3 entre 500 e 1.000 mg L-1.

  14. Fisiologia pós-colheita de frutos da palmeira Mauritia vinifera Mart. (Arecaceae Postharvest physiology of Mauritia vinifera Mart. (Arecaceae palm fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Santelli

    2009-09-01

    Full Text Available Alterações pós-colheita no amadurecimento dos frutos de Mauritia vinifera (buriti, colhidos com coloração marrom clara, foram estudadas acompanhando-se: massa, volumes gasosos intercelulares, concentração de CO2 e O2 na atmosfera interna, firmeza e as evoluções de CO2 e etileno, tanto a 25 ºC quanto sob baixa temperatura (8 ºC. Os frutos apresentaram injúria de resfriamento quando armazenados a 8 ºC e não amadureceram ao serem retornados para 25 ºC. Sob umidade elevada, baixa transpiração, a conservação do buriti triplicou em comparação com os frutos armazenados em ambiente menos úmido (65 a 85%. A casca resistente destes frutos perde a firmeza e o arranjo compacto das escamas e torna-se mais frágil e mais permeável a gases durante o amadurecimento ou quando armazenados sob temperatura que causa injuria de resfriamento. Os frutos de buriti contém apenas cerca de 1% volume gasoso intercelular, o que é indicativo de susceptibilidade à injúria de impacto, mediante descolamento de escamas. No amadurecimento a polpa torna-se macia, conforme leitura de penetrômetro, diminuindo a resistência ao transporte dos frutos, que passam a ser facilmente amassados. Estes frutos apresentaram comportamento climatérico típico e o pico de evolução de CO2 ocorreu dois dias após o pico do etileno. As curvas de concentração interna de CO2 e de O2 no buriti foram diferentes de outros frutos previamente estudados pelo fato de sofrerem uma grande redução da resistência difusiva da casca, causada pela formação das aberturas entre as escamas durante o amadurecimento.We studied postharvest ripening changes in Mauritia vinifera Mart. fruits, known as "buriti", harvested at a mature light-brown color stage, from palms on the Brazilian Central Plateau, as follows: weight loss, internal gaseous volume, internal CO2 and O2 concentration, firmness and CO2 and ethylene evolution, at room temperature (25ºC and at low temperature (8 ºC. M

  15. Melão tupã: produtividade, qualidade do fruto e resistência a viroses Tupã melon: agronomic performance, fruit quality and virus resistance

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Waldelice Oliveira de Paiva

    2003-09-01

    Full Text Available Progênies de melão (Cucumis melo L. cv. Tupã, um tipo que associa as características favoráveis do fruto do melão Amarelo e do melão Cantaloupe, foram submetidas à inoculação artificial com cinco vírus [Watermerlon mosaic virus (WMV-2, Papaya ringspot virus (PRSV-w, Zucchini yelow mosaic virus (ZYMV, Squash mosaic virus (SqMV e Cucumber mosaic virus (CMV], em casa de vegetação. A produção e a qualidade do fruto foram avaliadas em campo. Progênies de três famílias mostraram resistência ao PRSV-w e ao ZYMV, algumas manifestaram resistência também ao WMV-2. Cerca de 63,15% apresentaram resistência somente ao PRSV-w e 52,63% somente ao ZYMV. A resistência para a combinação do PRSV-w e ZYMV ocorreu em 42,10% das progênies e a resistência tripla a PRSV-w, ZYMV e WMV-2 em 36,84%. Uma progênie foi resistente aos quatro vírus (PRSV-w, ZYMV, WMV-2 e CMV. Para o caráter concentração de colheita o comportamento das progênies foi muito variável, observando-se progênies onde a metade dos frutos foram colhidos até os 80 dias, e outras onde até os 70 dias nenhum fruto havia sido colhido. Em relação ao tipo Amarelo, foram muito tardias para a maturação dos frutos, mas mostraram semelhanças com o fruto para peso médio, formato, diâmetro interno e espessura da polpa. A firmeza da polpa variou de 7,78 N a 35,6 N, sendo que em 20% das progênies a firmeza da polpa foi superior a 20 N, muito semelhante aos melões do tipo Cantaloupe.Progenies of melon (Cucumis melo L. cv. Tupã, that associate the favorable fruit characteristics of yellow casaba cantaloupe types, were submitted to artificial inoculation with five virus: Watermerlon mosaic virus (WMV-2, Papaya ringspot virus (PRSV-W, Zucchini yellow mosaic virus (ZYMV, Squash mosaic virus (SqMV and Cucumber mosaic virus (CMV, in greenhouse. Yield and the fruit quality were evaluated in the field. Progenies of three families showed marked resistance to PRSV-W and to ZYMV

  16. QUALIDADE DE FRUTOS PROCESSADOS ARTESANALMENTE DE AÇAÍ (Euterpe oleracea MART. E BACABA (Oenocarpus bacaba MART.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    LEANDRO TIMONI BUCHDID CAMARGO NEVES

    2015-09-01

    Full Text Available RESUMO Os frutos do açaizeiro (Euterpe oleracea Mart. e da bacabeira ( MOenocarpus bacabaart, duas palmeiras tropicais nativas e socioeconomicamente importantes para os estados Amazônicos, são utilizados na produção de polpas processadas em sistemas agrofamiliares. Nesse sentido, o presente estudo objetivou a avaliação da qualidade físico-química e funcional de polpas de açaí e bacaba processadas artesanalmente. Os frutos foram coletados em propriedades rurais do município do Cantá/Roraima (bacaba e Boa Vista/ Roraima (açaí. Para a constituição do experimento, as polpas processadas foram armazenadas em pequenas embalagens de politereftalato de etileno (PET transparente e com tampa (mesmo material, com capacidade de 145 mL e refrigeradas a 3 ± 0,2°C e 45% de U.R., durante 5 dias. Foram analisados os seguintes parâmetros: pH, acidez titulável (AT, sólidos solúveis (SS, relação SS/AT, açúcares totais e redutores, pectinas totais e solúveis, teor de antocianinas e fenólicos totais. Ao final, para as polpas de açaí, levando-se em consideração os limites estabelecidos pelo Padrão de Identidade e Qualidade (PIQ, apenas o parâmetro AT apresentou-se fora da instrução normativa. Entretanto, a inexistência de padrões para bacaba inviabilizou tal comparação. Quanto ao teor das pectinas totais, pode-se concluir que ambas as polpas apresentam baixas concentrações desse componente, não sendo indicadas para produção de doces e geleias sem adição de agentes geleificantes. Os teores de compostos fenólicos e de antocianinas, em ambas as polpas, apesar de diminuir com o período de armazenamento refrigerado, apresentam altas concentrações quando em comparação a outros alimentos com apelo funcional.

  17. Efeito do pré-resfriamento de frutos de cupuaçu na aceitação sensorial do néctar = Effect of cupuassu fruits pre-cooling on the sensory acceptance of the nectar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristhyan Alexandre Carcia de Carvalho

    2015-03-01

    Full Text Available A região Amazônica possui as melhores condições edafoclimáticas para o desenvolvimento do cupuaçuzeiro. No entanto, temperatura e umidade relativa do ar elevadas, condições de cultivo, colheita e armazenamento inadequados, além das características intrínsecas do fruto acabam desencadeando e acelerando o processo de deterioração pós-colheita. Após a coleta, o fruto apresenta alta perecibilidade, devendo ser consumido em dois ou três dias quando não processado. Diante disso, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito do pré-resfriamento dos frutos na aceitação sensorial de néctar de cupuaçu. Foram realizados dois experimentos. No primeiro, os frutos foram armazenados a temperatura ambiente por 6 dias e no segundo os frutos foram armazenados sob refrigeração a 10°C por 15 dias. Para cada experimento, foram avaliados frutos não submetidos a pré-resfriamento e frutos submetidos a um pré-resfriamento por imersão em água gelada a 10°C por 133 minutos. Os frutos foram despolpados a cada 3 dias de armazenamento, analisados quanto aos teores de sólidos solúveis, acidez titulável e açúcares, e utilizados para fabricação do néctar, que foi submetido a análise de aceitação sensorial. Em frutos armazenados a temperatura ambiente, o pré-resfriamento melhorou a aceitação sensorial do néctar de cupuaçu ao final do tempo de armazenamento. Em frutos armazenados sob refrigeração, o pré-resfriamento não teve efeito sobre a aceitação sensorial do néctar de cupuaçu. = Abstract: Amazon presents one of the best climatic conditions for cupuassu tree development. However, high temperature and relative humidity of the air, cultivation conditions, harvesting and inadequate storage, in addition to the intrinsic characteristics of the fruit end up triggering and accelerating post-harvest deterioration process. After collection, the fruit is highly perishable and must be consumed in two or three days if not processed

  18. Caracterização de frutos de clones de cacaueiros na região litorânea de São Mateus, ES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo S. Alexandre

    2015-08-01

    Full Text Available RESUMOObjetivou-se, com trabalho, avaliar a pós-colheita de clones de cacaueiros produzidos na região litorânea do norte do Espírito Santo, quanto às características físicas e químicas de seus frutos. As caracterizações físicas e químicas foram realizadas a partir de 10 frutos referentes a sete clones de cacau (CCN 10, CCN 51, CEPEC 2002, PH 15, PH 16, OS 1319 e TSH 1188. Foram avaliados o peso total, diâmetro e comprimento do fruto, peso da casca, espessura do sulco e da região mais espessa da casca, número, peso seco, largura, espessura e comprimento das amêndoas, sólidos solúveis totais (SST, acidez total titulável (ATT, pH da polpa e relação SST/ATT. As médias obtidas foram agrupadas pelo teste de Scott-Knott a 0,05 de probabilidade; em seguida, procedeu-se à análise da divergência genética. Foi observada a presença de divergência genética entre as populações estudadas ocorrendo a formação de três grupos pelo método de Tocher e dois grupos quando aplicado o Unweighted Pair-Group Method Average (UPGMA. Os clones CCN 10 e CCN 51 são os mais indicados para a produção de amêndoas e as variáveis, referentes ao tamanho do fruto, comprimento e diâmetro, foram as que mais contribuíram na diversidade genética dos genótipos.

  19. Características produtivas e morfológicas de frutos de tomateiro cultivado com bioproduto de batata

    OpenAIRE

    Lúcio,Alessandro D; Schwertner,Diogo V; Santos,Daniel; Haesbaert,Fernando M; Brunes,Rélia R; Brackmann,Auri

    2013-01-01

    Enquanto a adubação mineral onera os custos de produção e contribui para o esgotamento dos recursos naturais não renováveis, a aplicação de subprodutos industriais pode constituir uma alternativa adequada para a fertilização das culturas. Nesse sentido, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de bioproduto de batata sobre caracteres produtivos, morfológicos e de qualidade de frutos de tomateiro cultivado em túnel plástico e a campo nos períodos de primavera-verão e de outono-...

  20. Maturation curves and degree-days accumulation for fruits of 'Folha Murcha' orange trees Curvas de maturação e graus-dia acumulados para frutos de plantas de laranjeira 'Folha Murcha'

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Neusa Maria Colauto Stenzel

    2006-06-01

    Full Text Available The effect of thermal summation on orange fruit growth on different rootstocks has not been studied for the State of Paraná, Brazil. This research evaluated the growth of fruits by means of maturation curves, and quantified the growing degree-days (GDD accumulation required for fruit maturation in 'Folha Murcha' orange trees budded on 'Rangpur' lime, 'Volkamer' lemon, 'Sunki' mandarin, and 'Cleopatra' mandarin, in Paranavaí and Londrina, PR. In both locations and all rootstocks, the fruits showed evolution in total soluble solids (TSS content in relation to GDD accumulation, with a quadratic tendency of curve fitting; total titratable acidity (TTA had an inverse quadratic fitting, and the (TSS/TTA ratio showed a positive linear regression. Fruits in Paranavaí presented a higher development rate towards maturity than those in Londrina, for all rootstocks. The advancing of the initial maturation stage of fruits in Paranavaí in relation to those in Londrina occurred in the following descending order: 'Volkamer' lemon (92 days, 'Cleopatra' mandarin (81 days, 'Sunki' mandarin (79 days, 'Rangpur' lime (77 days. In Londrina, trees on 'Rangpur' lime and 'Volkamer' lemon were ready for harvest 8 and 15 days before those on the 'Cleopatra' and 'Sunki' mandarins, respectively. In Paranavaí, the beginning of fruit maturation in trees on 'Volkamer' lemon occurred 15, 19, and 28 days earlier than on 'Rangpur' lime, 'Cleopatra' mandarin, and 'Sunki' mandarin, respectively. Considering 12.8ºC as the lower base temperature, the thermal sum for fruit growth and maturation of 'Folha Murcha' orange ranged from 4,462 to 5,090 GDD.O efeito da soma térmica no crescimento do fruto de laranja em diferentes porta-enxertos não tem sido estudado no Estado do Paraná, Brasil. Esta pesquisa avaliou o crescimento dos frutos por meio de curvas de maturação e quantificou os graus-dia acumulados (GDA necessários para a maturação dos frutos em laranjeiras 'Folha

  1. Influência do substrato, tamanho de sementes e maturação de frutos na formação de mudas de pitangueira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Eduardo Corrêa Antunes

    2012-12-01

    Full Text Available Os experimentos foram realizados na Embrapa Clima Temperado, e as muda , conduzidas em bandejas de poliestireno expandido, de 72 células, colocadas em casa de vegetação com irrigação manual. O delineamento experimental adotado nos experimentos foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial, utilizando-se de quatro repetições com 12 sementes cada (Experimento 1 e três repetições com 18 sementes cada (Experimento 2. Os tratamentos do Experimento 1 foram o tamanho de semente (média e pequena e o substrato (Plantimax®, vermiculita e fibra de coco. Já no Experimento 2, os tratamentos utilizados foram as seleções de pitangueira (67 e172 e a maturação do fruto (parcial e totalmente maduro. Os parâmetros avaliados foram: porcentagem de emergência, comprimento da parte aérea e da maior raiz (cm, número de folhas por planta, massa da matéria seca da raiz e da parte aérea (g, sementes brocadas, dormentes e não emergidas. As sementes de tamanho médio foram superiores às pequenas em todas as variáveis avaliadas. O substrato Plantimax® proporcionou maior massa da matéria seca total do que a fibra de coco, porém não diferindo da vermiculita. A seleção 172 apresentou maior porcentagem de emergência e menor dormência do que a 67. As sementes oriundas dos frutos totalmente maduros apresentaram maior dormência e menor número de folhas do que as sementes de frutos parcialmente maduros. Conclui-se que a utilização de sementes de tamanho médio e do substrato Plantimax® proporciona melhor desenvolvimento inicial de mudas de pitangueira. O grau de maturação dos frutos afeta o processo de dormência das sementes e o desenvolvimento inicial das mudas de pitangueira.

  2. Genótipos melhorados de mamão (Carica papaya L.): avaliação tecnológica dos frutos na forma de sorvete

    OpenAIRE

    Santana, Ligia Regina Radomille de; Matsuura, Fernando César Akira Urbano; Cardoso, Ricardo Luís

    2003-01-01

    p.151-155 O presente trabalho teve como objetivo a avaliação tecnológica na forma de sorvete, de frutos de cinco genótipos selecionados de mamão (CMF012, CMF020, CMF023, CMF031, CMF047), provenientes do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, Bahia. Estes genótipos foram identificados em estudos anteriores por apresentarem cor atraente, sabor agradável e valores elevados de sólidos solúveis (ºBrix). As amostras de sorvete foram submetidas à avaliação ...

  3. Genótipos melhorados de mamão (Carica papaya L.): avaliação tecnológica dos frutos na forma de sorvete

    OpenAIRE

    Santana,Ligia R.R.; Matsuura,Fernando C.A.U.; Cardoso,Ricardo L.

    2003-01-01

    O presente trabalho teve como objetivo a avaliação tecnológica na forma de sorvete, de frutos de cinco genótipos selecionados de mamão (CMF012, CMF020, CMF023, CMF031, CMF047), provenientes do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, Bahia. Estes genótipos foram identificados em estudos anteriores por apresentarem cor atraente, sabor agradável e valores elevados de sólidos solúveis (ºBrix). As amostras de sorvete foram submetidas à avaliação sensorial par...

  4. VIABILIDADE DO PÓLEN EM VARIEDADES DE LARANJA DOCE

    OpenAIRE

    Domingues,Edson Tobias; Tulmann Neto,Augusto; Teófilo Sobrinho,Joaquim

    1999-01-01

    Uma vez que a polinização é um dos pontos decisivos para o crescimento e desenvolvimento do fruto, contribuindo com os gametas masculinos para a fecundação e determinando, na maioria das vezes, a fixação dos frutos em citros, torna-se necessário conhecer o grau de esterilidade masculina nas diferentes variedades de laranja doce para sua possível utilização em programas de melhoramento. A esterilidade é limitante para programas que envolvam a hibridação sexual, por outro lado possui sua import...

  5. Composição mineral de frutos cítricos na colheita Mineral nutrient removal by the harvest of citrus fruit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ondino C. Bataglia

    1977-01-01

    Full Text Available Foram amostrados à época de colheita, na Estação Experimental de Limeira, do Instituto Agronômico, frutos cítricos de nove cultivares comerciais pertencentes a diferentes espécies: Citrus sinensis - "baianinha", "hamlin", "pêra", "natal" e "valência"; Citrus reticulata -"cravo"; Citrus paradisi - "marsh-seedless"; Citrus aurantifolia - "taiti"; híbrido Citrus sinensis X Citrus reticnlata -"murcote". Os frutos foram fracionados em casca, polpa mais suco, e sementes. No material seco e moído, procederam-se às determinações dos treze elementos essenciais às plantas e mais sódio, alumínio e cobalto. As quantidades de nutrientes extraídas por tonelada de fruto fresco foram calculadas com base nas proporções e teores de umidade das partes dos frutos. Os nove cultivares estudados extraíram as seguintes quantidades médias de elementos em gramas por tonelada de fruto fresco: N-1.906; P-173; K-1.513; Ca-526; Mg-127; S-137; B-2,2; Cl-24,7; Cu-1,2; Fé-6,6; Mn-2,8; Mo-0,008; Zn-0,9; Co-0,003; Na-43,5; Al-7,6. Os dados obtidos são semelhantes aos encontrados na literatura de outros países para os citros em geral. Há, no entanto, quase sempre, uma inversão na relação nitrogênio-potássio. Os cultivares com maior capacidade de extração de macro e micronutrientes foram as laranjas natal e valência, e o de menor capacidade, o limoeiro taiti. As sementes em geral contiveram os maiores teores de nutrientes, porém a sua ocorrência nos frutos é em pequena proporção, atingindo o máximo de 3% na tangerina-cravo.Fruit samples of nine cultivars of citrus were collected at the Limeira Experiment Station, State of São Paulo. The fruits belong to several species: Citrus sinensis -"Baianinha", "Hamlin", "Pêra", "Natal", and "Valencia" sweet oranges; Citrus reticulata - "Cravo"-tangerine; Citrus paradisi -"Marsh-seedless" grapefruit; Citrus aurantifolia - Tahiti lime; hybrid Citrus sinensis X Citrus reticulata -"Murcott" tangor. The

  6. Introgressão de nanismo em germoplasma de tomate industrial

    OpenAIRE

    Seus, Rogério

    2015-01-01

    O setor de tomate industrial se desenvolveu muito nos últimos anos, principalmente por causa da mecanização no campo de produção. Entretanto, podem ocorrer danos na colhedora e perda de qualidade do fruto porque a planta se desenvolve prostrada e o fruto sobre o solo. O objetivo foi caracterizar metabólica e bioquimicamente e, selecionar progenitores de tomate quanto a características agronômicas e de qualidade dos frutos para introgredir o gene de nanismo em germoplasma de tomate industrial,...

  7. Apex pruning in pumpkin for fruit and seed production=Poda apical para produção de frutos e sementes de abóbora

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina Toledo Rodrigues Claudio

    2014-08-01

    Full Text Available The tip pruning stimulates the emission of lateral shoots, thus can produce higher number of flowers, fruits and seeds. This work aimed to evaluate the effect of apex pruning on fruit and seed production in pumpkin. The treatments consisted of plants without pruning, with pruning in the sixth, eighth and tenth node of main stem. The experimental design was a randomized block, with six replications. It was studied a line of pumpkin of the Germplasm Bank of the Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agronômicas. The characteristics evaluated were: number of branches per plant and fruit position in branches of the plant production (number and weight of fruits per plant, fruit yield, fruit average weight, fruit length and diameter, seed weight per fruit, seed yield and quality (germination test, first count, thousand seed weight, emergence, speed of emergence and accelerated aging. There was a significant difference only for number of secondary branches per plant and thousand seed weight, with larger values for plants that have not been pruned. It was obtained high average of germination (94% and good fruit (16.9 t ha-1 and seed (148 kg ha-1 yield. The apex pruning does not influence the production of fruits and seeds, as well as the physiological seed quality in pumpkin =A poda apical estimula a emissão de brotos laterais, com isso pode haver maior formação de flores e frutos e, consequentemente, maior número de sementes. Diante disso, objetivou-se avaliar o efeito da poda da haste principal para a produção de frutos e sementes de abóbora. Os tratamentos foram constituídos de plantas sem poda, com poda no sexto, oitavo e décimo nó da haste principal. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com seis repetições. Foi utilizada a linhagem de abóbora do tipo braquítica do Banco de Germoplasma da Universidade Estadual Paulista/Faculdade de Ciências Agronômicas. Foram avaliadas as seguintes caracter

  8. Características de frutos de café sob compressão Characteristics of coffee fruits under compression load

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sandra M. Couto

    2002-04-01

    Full Text Available As condições necessárias para a realização de ensaios de compressão em frutos de café visando à obtenção de resultados confiáveis das forças envolvidas no colapso do produto, foram investigadas neste trabalho e determinados os requerimentos de forças, deformações e energias para o colapso do material sob compressão. As variáveis independentes investigadas foram: presença do pedúnculo no fruto, velocidade de compressão, grau de maturação dos frutos e posição do produto durante a compressão. Os frutos testados encontravam-se em três estádios de maturação: 'cereja', 'verdoengo' e 'verde'. As análises dos resultados mostraram que, para se ter um erro menor ou igual a 10% na estimativa das forças de colapso do produto, são necessárias amostras de, pelo menos, cinqüenta frutos. Os valores das forças, deformações específicas e energias, para o colapso de frutos 'cereja', não foram afetados pela presença do pedúnculo no produto. A velocidade de compressão parece não influenciar nos valores das grandezas investigadas; já a posição do produto, ao ser comprimido, e o estádio de maturação do fruto, mostraram ser variáveis significativas.Basic conditions required to obtain accuracy on the values of forces for collapse of coffee fruits under compression tests were investigated. The requirements of force, strain and energy up to the collapse point of the material were also determined. The independent variables investigated were: presence of peduncle; compression velocity; product maturation stage and fruit orientation during the compression. The fruits tested were at three maturation stages (classified by color: 'cherry', 'green' and one named 'verdoengo' (stage somewhere between cherry and green. Analysis of the results showed a sample size requirement of, at least, fifty fruits to estimate the collapse forces with an error less than 10%. The values of forces, strains and energies up to the collapse of 'cherry

  9. Desenvolvimento e produção de frutos de bananeira em resposta à adubação nitrogenada e potássica Development and production of fruits of banana plant as a response to nitrogen and potassium fertilization

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    EDILSON CARVALHO BRASIL

    2000-12-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito da adubação nitrogenada e potássica no desenvolvimento e produção da bananeira (Musa spp., cultivar Pioneira, em experimento conduzido no Município de Capitão Poço, PA, em Latossolo Amarelo, utilizando-se o delineamento experimental em blocos casualizados. Os tratamentos foram: 0, 80, 160 e 240 g de N/planta/ano e 0, 150, 300 e 450 g de K2O/planta/ano. Como fontes de nutrientes, utilizaram-se uréia e cloreto de potássio. Os resultados de crescimento, até 240 dias do plantio, indicaram que apenas o N influenciou a circunferência do pseudocaule e a altura de planta, verificando-se que o modelo quadrático ajustou-se melhor a todas as variáveis avaliadas. No segundo ciclo de produção, a adição de K promoveu efeito quadrático no peso de cacho, peso de penca por cacho e peso médio de penca, com incrementos de 73, 76 e 39%, respectivamente, em relação à ausência de K. A aplicação de N promoveu aumento linear no peso de cacho e de pencas por cacho, com aumentos máximos de 32 e 30%, respectivamente, em relação a ausência do nutriente. No terceiro ciclo de produção, apenas o K influenciou no peso de cacho, peso de penca por cacho e peso médio de penca, com aumentos de 39, 40 e 26%, respectivamente.The effect of the N and K fertilization on the development and production of the banana plant (Musa spp., cv. Pioneira, was evaluated in an experiment carried out in Capitão Poço county, Pará State, Brazil, in a Yellow Latosol, using a randomized blocks design, in factorial arrangement of 4x4. The treatments were: 0, 80, 160 and 240 g of N per plant per year; 0, 150, 300 and 450 g of K2O per plant per year. Urea and potassium chloride were used as nutrient sources. The results of plant growth showed that there was effect of N on circumference of pseudostem and plant height. The quadratic model was better adjusted to all the variables. The results of production of the second cycle indicated that K increased

  10. Frutos y semillas medicinales vendidas en plazas de mercado de Bogotá, Colombia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natalia María Valderrama-Rincón

    2006-01-01

    nombres comunes. Se registraron 33 especies de frutos, 20 de semillas y solo una especie fue comercializada como fruto y semilla. Se establecieron dos tipos de plazas de mercado y se crearon cuatro grupos de frutos y semillas medicinales de acuerdo a los índices utilizados. Tanto con los frutos y semillas como con el resto de plantas medicinales utilizadas en Bogotá, es necesario hacer una revisión exhaustiva taxonómica, etnobotánica, de las propiedades terapéuticas y de los posibles efectos adversos que sustenten o restrinjan el uso de una planta con el fin de mejorar la calidad de vida de los usuarios y vendedores de este recurso.

  11. Efeito inibitório de extratos vegetais sobre Colletotrichum gloeosporioides - agente causal da podridão de frutos de mamoeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ribeiro Luiz Fernando

    1999-01-01

    Full Text Available Extratos aquosos foram obtidos a partir de bulbilhos de alho, folhas de hortelã e mamona e frutos de pimenta. Após a incorporação destes extratos em BDA, obtendo-se concentrações de 100, 200, 500, 1000, 5000 e 10000 ppm, foi avaliado o crescimento e a produção de conídios de um isolado de Colletotrichum gloeosporioides, agente de podridão em frutos de mamoeiro. Os resultados demonstraram o efeito inibitório dos diferentes extratos a partir da concentração de 200 ppm. O extrato de alho inibiu o crescimento micelial, em porcentagens variáveis de 5,3 a 67,6%, porém não atuou de modo expressivo sobre a produção de conídios. Em contraposição, os extratos de hortelã, mamona e pimenta promoveram inibição menos acentuada do crescimento de micélio, porém reduziram drasticamente a produção de conídios em níveis variáveis de 41 a 84%, de acordo com as concentrações crescentes dos mesmos. As propriedades fungitóxicas detectadas nos extratos utilizados no ensaio evidenciaram o uso potencial dos mesmos como alternativa aos métodos físicos e químicos convencionalmente usados para o controle da doença.

  12. Efeito da poda, raleio de frutos e uso de fitorreguladores na produção de tangerinas (Citrus deliciosa Tenore cv. montenegrina Pruning effect, hand thinning and use of growth reguladors on ' montenegrina' mandarin oranges (Citrus deliciosa Tenore

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivar Antonio Sartori

    2007-04-01

    Full Text Available O experimento aqui relatado teve o propósito de estudar a poda de ramos, raleio de frutos e uso de fitorreguladores para diminuir a alternância de produção e melhorar a qualidade físico-química dos frutos de tangerineiras 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore. São plantas enxertadas sobre laranjeira 'Caipira'(Citrus sinensis L. Osbeck e estão em um pomar comercial de 6 anos de idade, da empresa Panoramas Citrus, situada no município de Butiá-RS, na latitude 29º57'S e longitude 51º40'W. Neste experimento, foram realizados os seguintes tratamentos: A Testemunha nº1: plantas com carga excessiva; B Testemunha nº2: plantas sem carga; C Raleio manual de 66% dos frutos em plantas com carga excessiva, em fevereiro; D Pulverizações de plantas excessivamente carregadas, utilizando-se de 200 mg.L-1 de Ethrel (24% ethephon, em novembro; E Poda de frutificação, em plantas excessivamente carregadas, em dezembro; F Idem "E" acrescido de raleio manual de 33 % dos frutos, em fevereiro; G Idem "E" acrescido de pulverização com 50 mg.L-1 de 2,4-DP (95% de 2,4 diclorofenoxipropiônico, no final da queda natural de frutos, em dezembro; H Poda de plantas com alternância de produção, em dezembro; I Idem "H" acrescido de pulverização com 15 mg.L-1 de ácido giberélico (10% de AG3, em maio. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com parcelas subdivididas no tempo, tendo 4 repetições e 3 plantas úteis por parcela. A poda diminuiu a produção por planta no ano de excessiva carga de frutos e reduziu a alternância de produção, quando associada à prática do raleio manual de 33% dos frutos. Em plantas alternantes a poda foi mais eficiente para quebrar a alternância de produção. A poda e o raleio manual de 66% aumentaram a massa média e melhoraram a qualidade dos frutos, mas o raleio manual de 66% dos frutos, somente, foi insuficiente para quebrar a alternância de produção. A 200 mg L-1 , o ethephon não exerceu a

  13. Produção de frutos e características morfofisiológicas de Schinus terebinthifolius Raddi., na região do baixo São Francisco, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Danilla Cristina Lemos Souza

    2013-10-01

    Full Text Available Espécies florestais com potencial econômico, como é o caso da aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi., requerem a seleção de indivíduos com características superiores para uso em projetos de restauração florestal e para o estabelecimento de plantios comerciais. Estas plantações podem contribuir para a sustentabilidade de populações naturais de espécies nos fragmentos florestais remanescentes, em áreas de preservação permanente, reservas legais ou outras áreas de importância ecológica. Foi avaliada a produção de frutos, morfometria e viabilidade de sementes de 15 indivíduos de aroeira, em diferentes fragmentos, na região do Baixo São Francisco sergipano. A produção de frutos foi estimada pelo índice de intensidade de Fournier e as características morfométricas foram obtidas com paquímetro e balança analítica digital. A viabilidade e o vigor foram avaliados por meio da porcentagem de germinação e índice de velocidade de germinação (IVG, sob condições controladas. Os resultados da produção de frutos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p <0,05. Para as demais variáveis foi utilizado o teste de Scott-Knott (p <0,05. Os indivíduos diferiram em índices de Fournier (índices 1, 2, 3 e 4 e no tamanho de frutos e sementes. A germinação variou de 0 a 83% e o IVG de 0,00 a 0,98. As diferenças fenotípicas observadas entre os indivíduos para a produção de frutos e características morfofisiológicas podem ser exploradas em restauração florestal e estabelecimento de testes de procedências/progênies, visando à discriminação de material superior para futuros plantios comerciais.

  14. Preparo de amostras e métodos para a determinação do teor de óleo essencial de frutos de limoeiro Samples preparation form and methods of analysis for determination of essential oil content on lemon fruits

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Hélio Grassi Filho

    2005-04-01

    Full Text Available Objetivou-se avaliar alternativas de preparo da amostra e os métodos quantitativos para a determinação do teor de óleo em frutos de limão. Os tratamentos foram avaliados por meio do delineamento estatístico inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x2x6, com quatro repetições, sendo duas variedades-copa de limoeiro verdadeiro ('Siciliano' e 'Eureka', dois métodos analíticos para a determinação do teor de óleo (Scott e Clevenger e seis formas de preparo dos frutos para análise (análise do fruto inteiro; frutos cortados na longitudinal e análise de ¼; frutos cortados na longitudinal e análise de ¹/2; frutos cortados ao meio e análise da parte superior; frutos cortados ao meio e análise da parte inferior; e análise de ²/8 do fruto. O método denominado de Clevenger foi o mais eficiente na determinação do teor de óleo essencial, e as formas de preparo de amostras ½ inferior, ½ superior, ¼ longitudinal e ½ longitudinal dos frutos proporcionaram valores superiores de óleo essencial.The aim of this research was to evaluate the samples preparation form and methods of analysis to determinate the essential oil content in 'Siciliano' and 'Eureka' lemon fruits. The better sample form was determinated using the fresh and mature fruit, as following: analysis of full fruits, fruits cut in longitudinal way and analysis of ¹/4 of this one, fruits cut in longitudinal way and analysis of the half, fruits cut in the middle and superior part analysis, fruits cut in the middle and inferior part analysis and ²/8 of fruits analysis. The treatments were evaluated by a completely randomized experimental design, in a factorial scheme 2x2x6, with four replications. It was concluded that the Clevenger method was more efficient on the determination of the oil content, and the fruits cut in the ½ inferior, ½ superior, ¼ longitudinal and ½ longitudinal way provided superior values of essential oil content.

  15. Frutos tropicais silvestres e polpas de frutas congeladas: atividade antioxidante, polifenóis e antocianinas Wild fruits and pulps of frozen fruits: antioxidant activity, polyphenols and anthocyanins

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eugenia Marta Kuskoski

    2006-08-01

    Full Text Available Os sucos de frutas tropicais conquistam cada vez mais o mercado consumidor, sendo o Brasil um dos principais produtores. Existe grande diversidade de produtos derivados de frutos e constante inserção de novos produtos no mercado de consumo, os quais, na maioria das vezes, ainda não foram devidamente pesquisados com respeito às suas propriedades e atividades benéficas à saúde. Neste trabalho, objetiva-se determinar algumas propriedades de frutos tropicais silvestres in natura e polpas de frutos comercializados congelados. Para determinar a atividade antioxidante, utilizou-se o método do radical 2,2-difeniL-1-picrilhidrazilo (DPPH·; para determinar os polifenóis totais, o método de Folin-Ciocalteu e, para as antocianinas, o método da diferença de pH. As polpas de frutas analisadas foram de amora, uva, açaí, goiaba, morango, acerola, abacaxi, manga, graviola, cupuaçu e maracujá; e os frutos silvestres, jambolão e baguaçu. Representada em TEAC (atividade antioxidante equivalente a Trolox, a atividade antioxidante global das polpas oscila entre mínimos e máximos 0,5 e 53,2mimol g-1, enquanto que, representada em VCEAC (atividade antioxidante equivalente a vitamina C, entre mínimos e máximos de 64,8 e 1198,9mg100g-1. Para os extratos de polpa dos frutos in natura, a atividade antioxidante oscila entre 13,3 e 111,2mimol g-1 (TEAC e entre 42,8 e 2533,1mg 100g-1 (VCEAC. Em ordem decrescente de capacidade antioxidante, encontra-se: acerola> manga> morango> uva> açaí> goiaba> amora> graviola> maracujá> cupuaçu> abacaxi. Os frutos de baguaçu apresentam maior atividade antioxidante que os de jambolão.The tropical fruit juices are gaining ever greater space in the consumer market, and Brazil is one of the main producer countries in this market. There is a great diversity of products derived from fruits and new products for consumption are launched constantly, often without the necessary research into their active properties and

  16. Elaboração e caracterização da farinha do fruto da castanhola (Terminalia catappa Linn

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilayane da Nóbrega Santos

    2017-06-01

    Full Text Available A ciência e tecnologia de alimentos vem se destacando com suas novas propostas para o mercado. A vida atual é marcada pela busca de alimentos cada vez mais saudáveis, pois os consumidores estão buscando por uma alimentação que proporcione, além dos nutrientes básicos, algum benefício à saúde. Farinhas obtidas a partir da desidratação de frutos não convencionais estão sendo utilizadas na formulação de uma variedade de produtos a partir da substituição parcial de farináceos tradicionais. Sendo assim, objetivou-se caracterizar a farinha proveniente da polpa do fruto da castanhola. Os parâmetros analisados foram umidade 2,15% (± 0,15; cinzas 8,03% (± 0,06, proteínas 16,70% (± 0,2, lipídeos 6,30% (± 0,07, carboidratos 66,80%, pH 3,83 (± 0,02; acidez 7,40% ác. cítrico (± 0,06, Aw 0,24 (± 0,01 e Valor Energético Total 390,70 Kcal.Os resultados mostraram-se satisfatórios, sendo estes dentro dos valores estabelecidos para farinhas. Para os macronutrientes determinados, os carboidratos mostraram-se majoritários, seguido pelas proteínas.  Desta forma, a farinha da castanhola surge como uma alternativa para aplicação em diversos produtos alimentícios, seja como substituto parcial de farinhas convencionais ou mesmo como ingrediente principal na formulação de novos produtos. 

  17. Boron and calcium sprayed on 'Fuyu' persimmon tree prevent skin cracks, groove and browning of fruit during cold storage Boro e cálcio pulverizado em árvores de caqui "Fuyu" previnem fissuras, estrias e escurecimento do fruto durante o armazenamento refrigerado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valdecir Carlos Ferri

    2008-11-01

    Full Text Available Flesh softening, skin browning and rotting are chief problems during cold storage (CS of 'Fuyu' Persimmon. We studied the effects of boron (B and calcium (Ca sprayed on the trees during three consecutive years, on the development of skin cracks, grooves and browning in persimmon fruit under CS in Farroupilha, RS, Brazil (29°31' south, 51°21' west, about 750 m altitude. A homogeneous orchard area of 0.5 ha was delimitated and three sets of five plants for each treatment were randomly selected. The persimmon trees were sprayed at a 20 day interval, from 15th January until harvest, for three consecutive years, with: T1 water; T2 calcium nitrate at 0.5% (m/v; T3 calcium chloride at 0.5% (m/v; and T4 boron at 0.3% (m/v. The fruit were harvest with orange-reddish colour; 18-20°Brix, pulp firmness of 45 to 60N, and kept under CS at 0±1°C for 45 days. The fruits were evaluated immediately before CS, after six hours at 23±2°C after removal from CS, and after four days at 23±2°C after removal from CS. Equally boron and calcium sprayed on the trees prevented skin cracks, skin grooves and skin browning. Besides, when boron was sprayed on the trees, the mentioned effects were additive in the following year.As principais alterações indesejáveis observadas no período pós-colheita de caquis em armazenamento refrigerado (AR são a perda de firmeza de polpa, e a ocorrência de escurecimento epidérmico e de podridões. Este trabalho teve por objetivo principal estudar as respostas da aplicação de boro (B e cálcio (Ca, em três safras sucessivas, na prevenção da ocorrência de fissuras, estrias e escurecimento epidérmico de caquis "Fuyu". No pomar (Farroupilha-RS-Brasil, 29°31' Sul, 51°21' Oeste, aproximadamente 750m altitude delimitou-se uma área homogênea de 0,5ha., marcando-se, ao acaso, três repetições de cinco plantas para cada tratamento: T1 - controle, caquizeiros não-pulverizados com B e Ca; T2 - pulverizações com Nitrato de

  18. Himenópteros parasitóides de larvas de Anastrepha spp. em frutos de carambola (Averrhoa carambola L. na região de Divinópolis, Minas Gerais, Brasil Himenopterous parasitoids of Anastrepha spp. larvae, in star fruit (Averrhoa carambola L. In divinópolis region, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudio Gonçalves Silva

    2003-12-01

    Full Text Available Este trabalho foi conduzido com o objetivo de conhecer os parasitóides de moscas-da-fruta na região de Divinópolis-MG. As pupas foram obtidas pelo método de flutuação, sendo individualizadas em cápsulas de gelatina até a emergência das moscas adultas ou de seus parasitóides. A prevalência total de parasitismo foi de 14,8%. Trichopria anastrepha foi a espécie mais comum, com 44,5%.The objective of this work was to identify the parasitoids of fruit flies in Divinópolis-MG region. The pupae were obtained by the flotation method. They were individually placed in gelatin capsules until the emergency of the adult flies or their parasitoids. The overall prevalence of parasitism was 14,8%. Trichopria anastrepha was the most common specie with a frequency of 44,5%.

  19. Comparative morphological analysis of cherry tomato fruits from three cropping systems Análise morfológica comparativa de frutos tomate cereja provenientes de três sistemas de cultivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sônia Cachoeira Stertz

    2005-06-01

    Full Text Available Attempts to meet produces market demand are not always followed by research reports showing the impact of novel, intensive cropping systems on the environment, human and animal health, and eventual chemical and structural changes of plants. This work carries a comparative evaluation of the morphology and anatomy of cherry tomato fruits obtained from organic, conventional and hydroponic cropping systems. Fruits were collected at the free market in the greater Curitiba, Paraná, Brazil. For each culture method, 50 fruits their weight, diameter and volume measured. For the anatomical analysis, samples of the pericarp of ten fruits were excised and embedded in glycol methacrylate; 6-mm cuts were then obtained, stained with toluidine blue, and mounted on permanent glass slides. The anatomical analysis and illustrations were performed in Olympus and Zeiss photonic microscope. Samples obtained from the organic cropping system presented the highest mass, diameter, volume and density. The pericarp of fruits, obtained from the conventional cropping system presented larger but less abundant cells in comparison to the pericarp of the hydroponic and organic-produced fruits.A ciência agrícola buscou novas formas de cultivo para atender às exigências de mercado e dividiu-se em três grandes vertentes: os sistemas de cultivo orgânico, convencional e hidropônico. Todavia, esses avanços nem sempre foram acompanhados por pesquisas que objetivassem apontar o impacto de uma nova técnica agrícola sobre o ambiente, a saúde humana e animal e aos próprios vegetais em seus aspectos químicos e estruturais. Este trabalho tem por objetivo o estudo comparativo da morfo-anatomia do fruto do Lycopersicon esculentum var. cerasiforme (Duval A. Gray, cultivado nos sistemas orgânico, convencional e hidropônico. Os frutos foram coletados no comércio varejista da Região Metropolitana de Curitiba, Paraná, Brasil. Para cada cultivo foram analisados 50 frutos. Cada

  20. Influência da posição do fruto na planta sobre a produção do algodoeiro Influence of fruiting position on cotton production

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Janduí Soares

    1999-05-01

    Full Text Available Estudou-se a distribuição da produção, a qualidade da semente e o peso de frutos em relação às diferentes posições do fruto na planta de algodão. Os dados foram oriundos do mapeamento de 360 plantas da cultivar CNPA 7H, em área irrigada no município de Bom Sucesso, PB. Mais de 80% da produção da cultivar é proveniente do baixeiro e terço médio e da primeira e segunda posição frutífera da planta. A qualidade das sementes é afetada à medida que os frutos se afastam da primeira posição para as demais.Cotton production distribution within the plant, seed quality and fruit weight were studied in relation to fruiting position. Data were produced by mapping 360 cotton plants cultivar CNPA 7H which were grown under irrigation in Bom Sucesso, PB. According to the results more than 80% of the total plant yield comes from the botton and middle of the plant and from the first and second fruiting position. Seed quality was affected as the boll position distanced from the first position.

  1. Preferência alimentar de percevejos por frutos e botões florais de genótipos de maracujazeiro Feeding preference of bedbugs for fruits and floral buds of passion fruit genotypes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arlindo Leal Boiça Jr.

    1999-10-01

    Full Text Available Visando estudar a preferência alimentar de Holhymenia histrio (Fabr. (Hemiptera: Coreidae, por frutos e botões florais de diferentes genótipos de Passiflora spp., foram conduzidos ensaios de atratividade e consumo, sob condições de laboratório. Em teste com chance de escolha, frutos de P. giberti foram menos preferidos que os de P. edulis f. flavicarpa e P. alata; em testes sem chance de escolha, os percevejos preferiram igualmente os frutos dos genótipos testados. Nos testes com chance de escolha, utilizando-se botões florais, P. giberti e P. coccinea foram menos preferidos que P. edulis f. flavicarpa e P. alata.Attraction and consumption tests were conducted to evaluate the feeding preference of the bedbug Holhymenia histrio (Fabr. (Hemiptera: Coreidae, for fruits and floral buds of different genotypes of Passiflora spp., under laboratory conditions. In a free choice test, utilizing fruits, the genotype P. giberti was the least favorite, while P. edulis f. flavicarpa and P. alata revealed to be susceptible. In tests without choice, utilizing fruits, the insects preferred equally the fruits of all tested genotypes. In free choice tests utilizing floral buds, the genotypes P. giberti and P. coccinea were the least favorite, while P. edulis f. flavicarpa and P. alata were susceptible.

  2. Efectos de dos sistemas de producción en el contenido de minerales en el fruto de Musa AAB Simmonds

    OpenAIRE

    Guerra Hernández Katty Julia; Mizger Pacheco Marcela Lucía; Barrera Violeth José Luis

    2011-01-01

    Los sistemas de producción orgánico y/o ecológico tienen como objetivo garantizar la sostenibilidad y la renovación de base natural, mediante la limitación del uso de productos de síntesis química para favorecer el ambiente y la salud humana. Teniendo en cuenta estas características, se estudió el efecto de los sistemas de producción orgánico y convencional sobre el contenido de nutrientes minerales del fruto del plátano Hartón (<em>Musa> AAB Simmonds), durante el proceso de m...

  3. Características físico-químicas da laranja-pera em função da posição na copa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorena Moreira Carvalho Lemos

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo foi avaliar as características físico-químicas dos frutos colhidos em diferentes posições da copa de laranjeiras 'Pera'. A copa foi dividida em três alturas (basal, intermediária e apical, dois lados (lados opostos da copa, voltados para as entrelinhas - leste e oeste e duas posições (periferia e 30 cm para o interior da copa. A colheita dos frutos ocorreu em 09-07-09. Os frutos da periferia da copa apresentaram maiores valores de massa fresca, diâmetro longitudinal, diâmetro transversal, espessura do flavedo, teor de sólidos solúveis, índice de maturação e coloração da casca mais amarela que os frutos da parte interna da copa. Quanto às concentrações de vitamina C e acidez titulável, os frutos colhidos da periferia da copa foram os que continham menores concentrações. Em relação à altura da copa, observou-se que, nos frutos colhidos na parte apical da copa, a massa fresca e o diâmetro longitudinal foram maiores do que nos colhidos da parte basal. Nos frutos voltados para a face oeste, verificaram-se os maiores teores de sólidos solúveis e índice de maturação.

  4. Estimativas de parâmetros genéticos e ganho de seleção pa