WorldWideScience

Sample records for alimentar em mulheres

  1. Prevalência de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres idosas

    OpenAIRE

    Gomes, Fabiana Vanessa Silva

    2015-01-01

    Dissertação de mestrado em Psicologia Aplicada (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde) Comportamentos alimentares disfuncionais são frequentes em jovens, mas pouco se sabe sobre a sua prevalência em mulheres idosas. Este estudo consiste em estudar a prevalência pontual de comportamentos alimentares disfuncionais em mulheres com 65 anos ou mais. Estudo de prevalência constituído por um momento de avaliação de duas fases com 342 mulheres entre os 65 e 94 anos...

  2. Consumo alimentar e estado nutricional de mulheres em quimioterapia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabela Borges Ferreira

    2016-07-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o consumo alimentar e o estado nutricional de mulheres com câncer de mama (CM em quimioterapia (QT. A avaliação dietética quantitativa foi realizada de acordo com as Dietary Reference Intakes (DRI e a avaliação qualitativa pelo Índice de Qualidade da Dieta Revisado (IQD-R. Dentre o total de pacientes (n = 20, 60% (n = 12 apresentaram circunferência da cintura igual ou superior a 88 cm. Foi verificado 75% (n = 15 de indivíduos com excesso de peso. A média da ingestão de cálcio, cobre, ferro, fibra alimentar, magnésio, potássio, vitamina A, niacina, vitamina B6 e zinco encontrava-se abaixo da recomendação de ingestão adequada e o consumo de vitamina C, fósforo, manganês, sódio e tiamina encontrava-se acima. Quanto à análise do IQD-R, 80% (n = 16 das pacientes apresentaram uma “dieta que requer modificações”, enquanto que 20% (n = 4 apresentaram uma “dieta saudável”. Observou-se elevado excesso de peso, desequilíbrio na ingestão de micronutrientes e dieta que necessita melhorias. Dessa forma, a criação e a utilização de um protocolo de intervenção nutricional são de grande relevância para melhorar a dieta de pacientes com CM que realizam QT.

  3. Padrões alimentares de mulheres no climatério em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maichelei Hoffmann

    2015-05-01

    Full Text Available Objetivo: Identificar os padrões alimentares e sua relação com o estado menopáusico.Métodos: Estudo transversal com 646 mulheres em atendimento ambulatorial no Sul do Brasil. O consumo alimentar foi avaliado por questionário de frequência e cinco padrões alimentares foram identificados através da análise de componentes principais. O estado menopáusico foi classificado em pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa.Resultados: Identificaram-se cinco padrões alimentares: frutas e verduras, brasileiro (arroz, feijão e leite, lanches (bolo, xis, pizza, cuca, prudente (peixe, suco natural, pão integral e sopa de legumes e regional (alimentos típicos na serra gaúcha como carnes vermelhas, aipim e massas. Após ajuste para características sociodemográficas, não verificou-se associação significativa entre o estado menopáusico e os padrões alimentares. Apenas idade, escolaridade e renda mostraram-se associadas com padrões alimentares.Conclusão: Foram identificados cinco padrões alimentares que descreveram o consumo alimentar da população estudada, sendo estes semelhantes ao indicado como ideal para a população brasileira. Nossos achados indicam que o padrão alimentar das mulheres no climatério possui influência significativa da idade, escolaridade e renda e que não sofre influência do estado menopáusico.

  4. Qualidade de vida, estado nutricional e consumo alimentar de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Scheibler

    2016-11-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a qualidade de vida, o estado nutricional e o consumo alimentar de mulheres diagnosticadas com câncer de mama em quimioterapia. Métodos: Estudo transversal e analítico envolvendo 70 mulheres, de 30 a 59 anos, em um hospital do Rio Grande do Sul, no período de maio a outubro de 2015. Aplicou-se o questionário European Organization for Research and Treatment of Câncer Quality of Life Questionnaire C30 (EORTC QLQ- C30. As variáveis antropométricas coletadas foram: peso atual, altura, circunferência braquial, circunferência da cintura, circunferência do quadril e prega cutânea tricipital. O consumo alimentar foi avaliado pelo recordatório alimentar de 24 horas. Resultados: Sobrepeso e obesidade foram encontrados respectivamente em 37,1% e 37% das mulheres de acordo com o índice de massa corporal. A média do consumo de calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro foi significativamente inferior à recomendação, com destaque para nutrientes como fibras (91,4% dos casos, cálcio (87,7% dos casos e ferro (mais de 90% dos casos. No entanto, o consumo médio de proteínas (72,9% dos casos > 15% do VCT e vitamina C (mais de 50% dos casos foi superior ao recomendado. Conclusão: A qualidade de vida das mulheres com câncer de mama em quimioterapia foi considerada baixa e elas apresentaram uma elevada prevalência de sobrepeso e obesidade. Além disso, o consumo alimentar foi superior à recomendação para proteínas e vitamina C, e inferior para calorias, carboidratos, lipídios, colesterol, fibras, cálcio e ferro. Não foi observada associação significativa entre qualidade de vida e estado nutricional.

  5. Estudo do padrão alimentar tardio em obesos submetidos à derivação gástrica com bandagem em Y- de- Roux: comparação entre homens e mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Valezi

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o padrão alimentar caracterizando preferências e intolerâncias alimentares em pacientes submetidos à derivação gástrica com bandagem em Y-de-Roux frente às modificações decorrentes da capacidade gástrica reduzida e também se há diferenças entre homens e mulheres em relação à alimentação após cirurgia. MÉTODOS: De julho de 2006 a julho de 2007 foi realizado um estudo transversal descritivo, de amostra por conveniência com 116 pacientes, após 12 meses de cirurgia de derivação gástrica com bandagem em Y-de-Roux, no ambulatório de Cirurgia Digestiva do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina. Foi aplicado um questionário abordando características demográficas, informações referentes ao hábito e padrão alimentar, presença de vômitos e sintomas de "dumping". As variáveis foram analisadas aplicando o teste exato de Fischer ou Qui-quadrado. RESULTADOS: Dos 116 pacientes 91(78,4% eram mulheres e 25(21,5% homens. Não houve diferença significativa entre homens e mulheres quanto ao tempo das refeições, número de refeições, líquidos nas refeições e ingestão hídrica diária. Quanto ao consumo de alimentos, relato de vômitos e sintomas de "dumping" houve pequena diferença entre homens e mulheres, no entanto sem diferença significativa a não ser quanto à ingestão de frutas e sonolência significativamente mais freqüente em mulheres. CONCLUSÃO: Com o questionário proposto foi possível avaliar o padrão tardio de aceitação alimentar dos pacientes e constatar que existe diferença entre homens e mulheres nas variáveis analisadas, apenas para o consumo de frutas.

  6. Consumo alimentar de mulheres sobreviventes de câncer de mama: análise em dois períodos de tempo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Helena Alves de Carvalho Sampaio

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar o consumo alimentar de dois grupos de mulheres portadoras de câncer de mama atendidas em dois períodos distintos: 1999-2004 e 2005-2009. MÉTODOS: Estudo documental, com abordagem descritiva e comparativa. Foram coletados dados de identificação e de ingestão alimentar nas fichas de 154 pacientes portadoras de câncer de mama atendidas em serviços de referência de Fortaleza (CE: 66 no período de 1999-2004 e 88 no de 2005-2009. Foram considerados como integrantes do hábito os alimentos consumidos pelo menos quinzenalmente por, no mínimo, 50% das pessoas. Calculou-se a prevalência de consumo de alimentos, sendo os padrões dos dois períodos comparados pela aplicação dos testes Quiquadrado ou exato de Fisher, e adotouse p<0,05 como nível de significância. RESULTADOS: Os hábitos alimentares dos dois grupos foram semelhantes, exceto quanto ao maior consumo de leite e de cenoura e menor consumo de manga e caju, além de uma tendência ao aumento no consumo de óleo de soja, observada no grupo atendido mais recentemente. O aumento de leite e de cenoura pode configurar proteção contra a recidiva da doença, mas a redução do consumo das frutas citadas pode significar maior risco: aliás, foram baixas as prevalências de consumo de frutas e hortaliças pelos dois grupos de mulheres. CONCLUSÃO: Os achados apontam para uma lacuna na abordagem educativa das pacientes tanto no passado como na atualidade, o que comprova a necessidade de incentivar maior consumo e variedade de hortaliças e frutas e menor consumo de cereais refinados, gorduras, açúcar e refrigerantes.

  7. Mulheres em movimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carneiro Sueli

    2003-01-01

    Full Text Available ESSE artigo busca demarcar a trajetória de luta das mulheres negras brasileiras no interior do movimento feminista nacional. Trata-se de colocar em questão a perspectiva feminista clássica fundada numa concepção universalista de mulher, que tem o seu paradigma na mulher branca ocidental, o que obscurece a percepção das múltiplas contradições intragênero e entre gêneros que a racialidade aporta. Dessas contradições, impõem-se para as mulheres negras a sua afirmação como um novo sujeito político, portador de uma nova agenda, esta resultante de uma identidade específica na qual se articulam as variáveis de gênero, raça e classe, colocando novos e mais complexos desafios para realização da eqüidade de gênero e raça em nossa sociedade.

  8. Food Consumption and Iron Intake of Pregnant and Reproductive Aged Women Consumo alimentar e ingestión de hierro por mujeres embarazadas y en edad reproductiva Consumo alimentar e ingestão de ferro de gestantes e mulheres em idade reprodutiva

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Sayuri Sato

    2010-04-01

    alimentos, suplemento medicamentoso para gestantes y orientación nutricional para las mujeres en general.Comparar a prática alimentar e o consumo de alimentos fontes de ferro, naturais e fortificados, de mulheres em idade reprodutiva, gestantes ou não, constituiu o objetivo desta pesquisa. Estudo transversal, desenvolvido em um centro de saúde do município de São Paulo, envolvendo 61 mulheres, sendo 30 gestantes. Utilizou-se questionário de frequência de consumo alimentar e recordatório de 24h. As principais fontes naturais de ferro foram feijão e folhas verdes. Alimentos fortificados também tiveram participação importante. Houve pequena diferença estatisticamente significativa entre o consumo alimentar das gestantes e não gestantes. Observou-se inadequação do consumo de ferro, folato e cálcio nos dois grupos. As mulheres não gestantes atenderiam a demanda de ferro, considerando-se o adicional recomendado para a fortificação das farinhas, porém, as gestantes não. Há necessidade de estratégias combinadas: fortificação dos alimentos, suplementação medicamentosa para gestantes e orientação nutricional para as mulheres em geral.

  9. Associação dos padrões alimentares com obesidade geral e abdominal em mulheres residentes no Sul do Brasil Association between dietary patterns and body mass index and waist circumference in women living in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gabriela Perozzo

    2008-10-01

    Full Text Available Com objetivo de estudar a associação de padrões alimentares com obesidade, realizou-se estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 1.026 mulheres (20 a 60 anos em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. A obesidade geral foi avaliada pela utilização de índice de massa corporal (IMC > 30kg/m² e a adiposidade abdominal, circunferência da cintura (CC> 88cm. Os padrões alimentares foram identificados por análise fatorial. Para análise multivariada, foi utilizada regressão de Poisson. Entre o total de mulheres, 18% (IC95%: 15,66-20,53 tinham obesidade geral e 23,3% (IC95%: 20,72-26,06 abdominal. Após controle para fatores de confusão, o baixo consumo do PA-frutas associou-se positivamente com o IMC (RP = 2,18; IC95%: 1,35-3,53; p = 0,001. Já o baixo consumo do PA-vegetais apresentou efeito protetor para o aumento nos níveis de IMC (RP = 0,64; IC95%: 0,47-0,86; p = 0,004 e o do PA-nozes/oleaginosas para o aumento na medida da CC (RP = 0,93; IC95%: 0,89-0,98; p = 0,008. O estudo aponta para a complexidade envolvida na relação entre padrões alimentares e obesidade e a necessidade de novos estudos, objetivando o melhor entendimento do tema.This study focused on the association between dietary patterns and obesity. A cross-sectional population-based study was performed in 1,026 adult women from Southern Brazil. Waist circumference (WC, height, and weight were measured according to a standardized protocol, and body mass index (BMI was calculated. Obesity was defined as BMI > 30kg/m² and WC > 88cm. Principal components analysis was used to identify dietary patterns. Multivariate analysis used a Poisson regression model to estimate prevalence ratios and respective confidence intervals. After controlling for possible confounders, low consumption of "vegetables" protected against increased BMI (PR = 0.64; 95%CI: 0.47-0.86; p = 0.004, while low consumption of "nuts/oilseeds" protected against increased WC (PR = 0

  10. Aversão alimentar adquirida e qualidade de vida em mulheres com neoplasia mamária Acquired food aversion and quality of life in women with beast cancer

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sara Maria Moreira Lima Verde

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o comportamento alimentar de mulheres com câncer de mama submetidas à quimioterapia, e sua relação com a qualidade de vida destas pacientes. MÉTODOS: A partir de um ensaio clínico do tipo antes e depois, selecionou-se 25 mulheres do Hospital AC Camargo (São Paulo, Brasil durante o período de outubro de 2005 a abril de 2006. As pacientes inclusas no estudo apresentavam diagnóstico de câncer de mama, com estadiamento I e II e indicação de tratamento quimioterápico adjuvante. Nos momentos T0 (antes e T1 (após o tratamento quimioterápico, o comportamento alimentar (consumo e aversão alimentar foi avaliado por três recordatórios 24 horas e um questionário Food Action, respectivamente. A qualidade de vida foi monitorada por meio do questionário Functional Assessment of Cancer Therapy-Breast. RESULTADOS: Após o tratamento quimioterápico (T1, o consumo de macro e micronutrientes não apresentou alterações significantes, mas o consumo de frutas e sucos aumentou (p=0,03. Perfil inverso foi observado em relação à preferência por café preto (p=0,01 e pelo grupo de bebidas (pOBJECTIVE: The objective of this paper was to assess the eating behavior of women with breast cancer subjected to chemotherapy and its relation with the quality of life of these patients. METHODS: A total of 25 women receiving care at the Hospital AC Camargo (SP, Brazil from October 2005 to April 2006 were selected based on a clinical assay of the before and after type. The patients included in the study were diagnosed with breast cancer, stages I and II and had indication of adjuvant chemotherapy. At the times T0 (before and T1 (after chemotherapy, the eating behavior (food intake and aversion was assessed by three 24-hour recalls and the Food Action questionnaire, respectively. Quality of life was monitored through the use of the Functional Assessment of Cancer Therapy - Breast questionnaire. RESULTS: After chemotherapy (T1, the intake of

  11. Associação entre diagnóstico de síndrome de ovários policísticos, estado nutricional e consumo alimentar em mulheres em idade fértil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiula Aparecida Brugge

    2017-03-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar parâmetros da síndrome pré-menstrual (SPM de mulheres em idade fértil com e sem diagnóstico de SOP. Estudo transversal realizado por meio de um questionário contendo informações sociodemográficas, sintomas relacionados à SPM, dados antropométricos, de consumo alimentar e do diagnóstico clínico dicotomizado de SOP. Os resultados foram tabulados no Microsoft Excel® no programa estatístico SPSS 20.0. A pesquisa contou com a participação de 42 universitárias, selecionadas aleatoriamente, com idade média observada de 25,29 ± 6,56 anos. De acordo com o Índice de Massa Corporal 71,4% (n=30 estavam eutróficas. Quanto a presença de diagnóstico de SOP 50% (9n=21 apresentavam a síndrome e 71,4% (n=30 destas relataram utilizar contraceptivo oral. Observa-se no estudo, significância estatística (p<0,05 entre a insatisfação da imagem corporal das universitárias com e sem SOP, sendo esta insatisfação maior entre as que não possuem SOP. Durante o período menstrual observou-se maior consumo de cereais (95,5%, gorduras (71,4% e chocolates (52,4% pelas participantes que apresentam a SOP e de cereais (90,5%, hortaliças (66,7% e gorduras (61,9% consumidos pelas universitárias sem SOP. Nota-se relação positiva na presença de sintomas comuns na SOP que produz depressão, instabilidade emocional, dificuldade de concentração, dores de cabeça, edema e aumento de sono. Além de um maior consumo de alimentos mais calóricos especialmente o chocolate. ABSTRACT Association between polycystic ovary syndrome diagnosis, nutritional status and food consumption in fertile age women The aim of the study was to compare parameters of premenstrual syndrome (PMS in women of childbearing age with and without a diagnosis of PCOS. Cross-sectional study using a questionnaire containing demographic information, symptoms related to PMS, anthropometric data, food consumption and dichotomized clinical diagnosis of

  12. Alergia alimentar em cães

    OpenAIRE

    Marcos Eduardo Fernandes

    2005-01-01

    As alergias alimentares em cães representam cerca de 1% das dermatoses dos cães, é uma doença pouco conhecida com relação a sua etiopatogenia, diagnóstico e tratamento. O objetivo geral é analisar a bibliografia de 1990 até 2003 e levantar o estado atual da arte sobre “Alergia Alimentar em cães”. Foi realizada revisão bibliográfica consultando o sistema de base de dados CAB Abstracts (Commonwealth Agriculture Bureau) e AGRIS. Utilizamos os unitermos: “Dog”, “sensitivity”, “ hipersensitivity”,...

  13. A influência da comorbidade com transtornos alimentares na apresentação de mulheres dependentes de substâncias psicoativas

    OpenAIRE

    Brasiliano,Silvia; Hochgraf,Patricia B.

    2006-01-01

    A associação entre transtornos alimentares e dependência de substâncias é freqüente na prática clínica. Apesar de já existirem dados sugestivos de que essa associação possa sinalizar maior severidade nos distúrbios psiquiátricos e clínicos das pacientes, poucas pesquisas avaliaram sua influência no tratamento. Oitenta mulheres dependentes de álcool e drogas que procuraram tratamento em um programa exclusivo para mulheres foram avaliadas por meio da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV...

  14. Anxiety and depression symptoms in women with and without binge eating disorder enrolled in weight loss programs Sintomas de ansiedade e depressão em mulheres com e sem compulsão alimentar participantes de programas de redução de peso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Armentano Bittencourt

    2012-01-01

    Full Text Available OBJECTIVES: 1 To investigate the association between binge eating scores, anxiety and depression symptoms, and body mass index (BMI, and 2 to assess the presence of differences in severity of anxiety symptoms, severity of depression symptoms, and BMI in women with and without binge eating disorder. METHOD: The sample comprised 113 women aged between 22 and 60 years (39.35±10.85 enrolled in weight loss programs in Porto Alegre, southern Brazil. The following instruments were used: structured interview, Brazilian Economic Classification Criteria, Beck Anxiety Inventory, Beck Depression Inventory, and Binge Eating Scale. Data were analyzed using descriptive and inferential statistics. RESULTS: A positive association was found between binge eating scores and the severity of anxiety symptoms (p OBJETIVOS: 1 Investigar a associação entre escores de compulsão alimentar, sintomas de ansiedade e de depressão e índice de massa corporal (IMC; e 2 verificar se existe diferença na intensidade dos sintomas de ansiedade, dos sintomas depressivos e no IMC em mulheres com e sem compulsão alimentar. MÉTODO: A amostra foi composta de 113 mulheres com idade entre 22 e 60 anos (39,35±10,85, participantes de programas de redução de peso na cidade de Porto Alegre, sul do Brasil. Foram aplicados os seguintes instrumentos: entrevista estruturada, Critérios de Classificação Econômica Brasil, Inventário de Ansiedade de Beck, Inventário de Depressão de Beck e Escala de Compulsão Alimentar Periódica. Os dados foram analisados utilizando-se estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS: Houve associação positiva entre os escores de compulsão alimentar e a intensidade dos sintomas de ansiedade (p < 0,001 e de depressão (p < 0,001. Não foi observada associação significativa (p = 0,341 entre IMC e escores de compulsão alimentar. Houve diferença significativa entre mulheres com e sem compulsão alimentar com relação à intensidade dos sintomas

  15. Abuso de drogas e transtornos alimentares entre mulheres: sintomas de um mal-estar de gênero?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Helena Simões-Barbosa

    Full Text Available Resumo: O artigo discute o abuso de drogas e os transtornos alimentares sob as perspectivas críticas de gênero e do cuidado em saúde. Postula-se que o sofrimento subjetivo pode se expressar no corpo por meio das doenças psicossomáticas. Nessa perspectiva, a insaciável fome consumista das drogas ou de bens supérfluos, bem como o adoecimento pela fome voluntária em busca de um ideal de esbeltez, como na anorexia e bulimia, podem ser sintomas que denunciam o sofrimento feminino. Uma revisão nos campos da saúde coletiva e das teorias feministas destaca a magnitude dos fenômenos da medicalização e mercantilização da saúde presentes na psiquiatrização do mal-estar feminino. Na transição de gênero das sociedades capitalistas, as cobranças sociais pelo desempenho dos velhos e novos papéis femininos acentuam sentimentos de inadequação, traduzidos no mal-estar de gênero que circunda o abuso de drogas e os transtornos alimentares, analisados como patologias de protesto. Propõe-se o resgate do ideário do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, orientado pela integralidade, para enfrentar tais desafios.

  16. Vegetarianismo e comportamento alimentar : comportamentos alimentares disfuncionais e hábitos alimentares em dietas vegetarianas

    OpenAIRE

    Rola, Catarina, 1988-

    2016-01-01

    Tese de mestrado, Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2016 As escolhas alimentares exercem uma influência significativa na génese, manutenção e agravamento do quadro clínico do paciente. Quando corretamente planeadas, as dietas apoiadas no vegetarianismo são nutricionalmente equilibradas. Contudo, dada a legitimidade da restrição alimentar que lhe é característica, a comunidade científica levanta a hipótese de esta mascarar comporta...

  17. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arethusa Sass

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00 e o de água (p=0,04. Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.

  18. Assessing the validity of a food frequency questionnaire among low-income women in São Paulo, southeastern Brazil Avaliação de validade de um questionário de freqüência alimentar em mulheres de baixa renda residentes em São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marly Augusto Cardoso

    2010-11-01

    Full Text Available This study describes the validity of a food frequency questionnaire (FFQ in 93 low-income women (20-65 years, participating in a case-control study in São Paulo, Brazil. Two FFQ (FFQ1 and FFQ2, 12 months apart and three 24-hour dietary recalls (24hR were conducted between 2003 and 2004 to estimate dietary intake during the past year. The Pearson correlation coefficients (crude, energy-adjusted and de-attenuated were used for comparisons between FFQ and 24hR. The agreement between the methods was further examined by the Bland-Altman analysis. For the assessment of long-term reliability, the energy-adjusted intra-class correlation coefficients were mostly around 0.40, but higher for vitamin A and folate (0.50-0.56. Energy-adjusted, attenuation-corrected Pearson validity correlations between FFQ and DR ranged from 0.30-0.54 for macronutrients to 0.20-0.48 for micronutrients, with higher value for calcium (0.75. There were small proportions of grossly misclassified nutrient intakes, while Bland-Altman plots indicated that the FFQ is accurate in assessing nutrient intake at a group level.Este estudo compara a validade de questionário de freqüência alimentar (QFA em 93 mulheres participantes de estudo caso-controle em São Paulo, Brasil. Dois QFA (12 meses de intervalo entre QFA1 e QFA2 e 3 recordatórios de 24 horas (R24h foram obtidos entre 2003 e 2004. Coeficientes de correlação de Pearson (brutos, ajustados pelas calorias totais e com correção intra-indivíduos foram utilizados na comparação entre os métodos. A concordância entre QFA e R24h foi avaliada pela análise de Bland-Altman. Na avaliação de reprodutibilidade em longo prazo, coeficientes de correlação intraclasse ajustados pelas calorias totais foram próximos de 0,40, com valores maiores para vitamina A e folato (0,50-0,56. Coeficientes de correlação de Pearson ajustados pelas calorias totais e de-atenuados variaram de 0,30-0,54 para macronutrientes a 0,20-0,48 para

  19. Corpos de mulheres em (re)vista

    OpenAIRE

    Freitas, Patricia de

    2005-01-01

    Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História. Através da análise de artigos que circularam na Revista de Ginecologia e d' Obstetrícia entre os anos de 1907-1978, foi possível observar como um grupo de médicos representou experiências exclusivamente femininas, como a menopausa, além de apreender a construção de dois campos de conhecimento sobre a mulher na medicina no Brasil. Os artigos apresentados ...

  20. Em cena: empoderamento de mulheres diretoras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores Cardoso Frazão

    2014-12-01

    Full Text Available A pesquisa situa-se entre os estudos feministas e a história da educação. A questão inicial trata de: como se constitui a mulher diretora que se empodera? A partir dessa questão, analisa-se este processo, em que se conhece o cotidiano destas pessoas e identifica-se a relação entre seus saberes e poderes, para, em seguida, compreender o entrelaçamento entre a territorialidade e o empoderamento político, social e psicológico das diretoras. A pesquisa abrangeu o período de 2007/2009, em seis escolas da Rede Municipal de Paço do Lumiar, localidade distante 28 quilômetros de São Luís, capital do Estado do Maranhão. Esta Rede possui quarenta e sete escolas, das quais quarenta e quatro são dirigidas por mulheres, sete destas foram nossas informantes, tendo uma sido exonerada e reconduzida ao cargo. Assim, questiona-se como alguns sujeitos percebem o poder e o trabalho das diretoras. Para tanto, realizou-se entrevista com o secretário adjunto de educação deste município e colheu-se quatorze depoimentos de sujeitos das escolas que acompanharam o trabalho das informantes mencionadas, o que possibilitou ampliar a compreensão acerca do objeto de estudo. O caminho para entender o processo de empoderamento é a trajetória profissional destas mulheres, utilizando entrevistas semiestruturadas, instrumento pertinente à metodologia da História Oral, cujo enfoque tem possibilitado dar voz, sobretudo, às minorias culturais e discriminadas como as mulheres. A pesquisa traz contribuições teóricas internacionais de Bourdieu (1996, 1997, 2004, 2005, 2006, Perrot (1998, Deere e León (2002; contribuições nacionais de Costa (1998, Freire (1987, 1992, 1996, Haesbaert (2005, 2006, 2007, por fim, as locais de Ferreira (2007, Motta (2003, Trovão (1994. Com isso, entende-se que o empoderamento implica abandonar as imagens de mulheres como eternas vítimas que impregnam nossa memória ou como supermulheres, que não dão boas manchetes. Ao falar

  1. Efeito de um programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e os hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério The effects of a mixed program of nutritional intervention and physical exercise on body composition and feeding habits of obese climacteric women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rita de Cássia de Assunção Monteiro

    2004-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Foi avaliar o efeito de programa misto de intervenção nutricional e exercício físico sobre a composição corporal e hábitos alimentares de mulheres obesas em climatério. MÉTODOS: Trabalhou-se com 2 grupos de 15 pessoas por 40 semanas: Grupo Dieta (intervenção nutricional e Grupo Exercício (intervenção nutricional e exercício. RESULTADO: As reduções do peso (-2,3kg para Grupo Dieta e -5,3kg para o Grupo Exercício e da circunferência da cintura (-4,8cm para Grupo Dieta e -7,6cm para Grupo Exercício, foram maiores para o Grupo Exercício. Foi verificada evolução positiva na classificação do Índice de Massa Corporal para ambos os grupos, sendo que o Grupo Exercício respondeu melhor ao tratamento. O padrão alimentar foi considerado monótono e com baixo consumo de alimentos regionais. CONCLUSÃO: O programa foi efetivo para perda de peso, em maior intensidade na presença de exercício. A educação alimentar proposta foi capaz de acarretar mudanças nos hábitos alimentares.OBJECTIVE: The effects of a mixed program of nutrition intervention and physical exercise on body composition and feeding habits were evaluated in obese climacteric women. METHODS: Thirty participants were randomly assigned in 2 groups during 40 weeks: Diet Group (nutritional intervention and Exercise Group (nutritional intervention and exercise. RESULTS: Weight reductions (Diet Group 2,3kg/Exercise Group -5,3kg and waist circunference (Diet Group -4,8cm/Exercise Group 7,6cm were greater in Exercise Group. A positive evolution was noticed in the Body Mass Index in both groups, with Exercise Group having better answer to treatment. It was observed a monotonous feeding pattern and low compliance to the consumption of regional typical foods. CONCLUSION: We concluded that the program was effective for weight loss at a higher intensity in the presence of exercise and the feeding education was able to modify the feeding habits.

  2. Quando o desejo se submete à necessidade de comer… : Características do comportamento alimentar numa amostra de mulheres com obesidade

    OpenAIRE

    Leitão, Mafalda Rodrigues

    2011-01-01

    Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário O presente estudo pretende averiguar, numa amostra de 70 mulheres com um Índice de Massa Corporal (IMC) superior a 30kg/m², os comportamentos alimentares, nomeadamente à ingestão emocional, ingestão externa e restrição alimentar, avaliados pelo Questionário Holandês do Comportamento Alimentar (Q.H.C.A.). Pretende ainda explorar a associação do IMC e à existência ou não de um problema psicológico. Além disso, ...

  3. Avaliacao da seguranca de diferentes doses de suplementos de acido folico em mulheres do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Quenia dos Santos

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO Avaliar a distribuição da ingestão de ácido fólico e a segurança de diferentes doses de suplementos em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS Foram utilizados dados de consumo a partir de dois dias não consecutivos de registro alimentar de 6.837 mulheres em idade reprodutiva (19 a 40 anos participantes do Inquérito Nacional de Alimentação, módulo da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009. Médias e percentis de consumo habitual de folato natural e ácido fólico foram estimados utilizando o método do National Cancer Institute . Cinco cenários foram simulados somando-se diferentes doses diárias de fortificação (400 mcg, 500 mcg, 600 mcg, 700 mcg e 800 mcg ao ácido fólico oriundo dos alimentos consumidos pelas mulheres. Comparou-se o total de ácido fólico (dieta + suplemento com o nível máximo de ingestão tolerável (UL = 1.000 mcg para definir a dose segura de suplementação. RESULTADOS Mulheres com ingestão habitual de ácido fólico acima do nível máximo de ingestão tolerável foram observadas para doses de suplemento de 800 mcg (7,0% das mulheres. Abaixo desse valor, qualquer dose de suplementação mostrou-se segura. CONCLUSÕES O uso de suplementos de até 700 mcg de ácido fólico mostrou-se seguro.

  4. Risco para transtornos alimentares em escolares de Salvador, Bahia, e a dimensão raça/cor

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Liliane de Jesus Bittencourt

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a existência de fatores de risco associados aos transtornos alimentares em escolares da cidade de Salvador, Bahia, por meio da dimensão étnico-racial como fator de heterogeneidade. MÉTODOS: Os participantes da pesquisa são escolares do sexo feminino, na faixa etária entre 15 e 30 anos, residentes na cidade de Salvador, no Estado da Bahia. Foram investigadas 626 estudantes, selecionadas em instituições públicas e privadas de ensino médio e universitário. Utilizaram-se o Eating Atittude Test-26, o Body Shape Questionnaire e o Beck Depression Inventory como instrumentos de identificação de risco para os transtornos alimentares. A classificação étnico-racial se deu por autodeclaração, de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram realizadas análises descritivas, bivariadas (χ2 de Pearson e regressão logística multivariada para análise dos dados. RESULTADOS: As estudantes que se identificaram como amarelas ou indígenas têm 3,6 vezes mais chances de desenvolverem comportamentos alimentares desordenados e 4,8 vezes mais possibilidade de estarem insatisfeitas com sua imagem corporal. As pardas apresentam 2,5 vezes mais risco para essa insatisfação. A depressão é uma comorbidade que deve ser considerada, apesar de não estar associada significativamente à raça/cor. CONCLUSÃO: As mulheres não brancas em Salvador apresentam risco de desenvolver transtornos alimentares. Outros estudos que combinam métodos quantitativos e qualitativos podem permitir uma análise mais robusta quanto à relação entre transtornos alimentares e raça/cor e etnia.

  5. Ingestão de cálcio e ferro alimentar por idosos residentes em instituições geriátricas de Fortaleza, CE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tarciana Nobre de Menezes

    2005-12-01

    Full Text Available Foi avaliada a ingestão alimentar de cálcio e ferro de 152 idosos de ambos os sexos, residentes em instituições geriátricas da cidade de Fortaleza, Ceará. Utilizou-se o método da pesagem direta dos alimentos com posterior pesagem do(s resto(s para obter o consumo alimentar. Os resultados indicaram que, quanto ao cálcio, 93% dos idosos apresentaram ingestão alimentar inadequada. Quanto ao ferro, verificou-se que 72% dos homens e 41% das mulheres apresentaram ingestão acima do recomendado. No entanto, 12% das mulheres apresentaram consumo insuficiente de ferro alimentar. De acordo com estes resultados, conclui-se que esta população apresenta risco nutricional para osteoporose, considerando a elevada proporção de indivíduos com consumo inadequado de cálcio, bem como para anemia ferropriva, especialmente no caso das mulheres. Assim, tornam-se necessárias intervenções no sentido de prevenir ou corrigir estas deficiências

  6. Avaliação da lista de alimentos e porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar em população adulta

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tomita Luciana Yuki

    2002-01-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a adequação da lista de alimentos e das porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA, entre os participantes de um estudo de casos e controles na cidade de São Paulo, Brasil. O QQFA foi aplicado juntamente com um inquérito recordatório de consumo alimentar de 24 horas (IR24, em amostra aleatória de 200 indivíduos (101 homens, 99 mulheres; idade entre 35 e 69 anos. O tamanho das porções alimentares do QQFA foi classificado em pequeno (P, médio (M e grande (G de acordo com distribuição porcentual dos pesos correspondentes às medidas caseiras referidas no IR24 (percentis 25, 50 e 75, respectivamente. A lista de alimentos do QQFA foi analisada segundo a contribuição porcentual de cada item alimentar em relação ao consumo total de nutrientes estimado pelo IR24. Não houve diferença estatisticamente significante entre as médias de consumo estimadas pelo QQFA e pelo IR24 para gordura total, ácidos graxos saturados, colesterol, fibra total, vitamina B6 e folato (teste t pareado; p<0,05. A lista de alimentos do QQFA mostrou-se adequada à identificação de fontes alimentares na população de estudo.

  7. Estresse em mulheres com Diabetes mellitus tipo 2

    OpenAIRE

    Lessmann, Juliana Cristina; Silva, Denise Maria Guerreiro Vieira da; Nassar, Silvia Modesto

    2011-01-01

    OBJETIVO: O objetivo do estudo foi investigar a relação entre estresse e Diabetes Mellitus Tipo 2 em mulheres. MÉTODO: Estudo transversal prospectivo, desenvolvido com 147 mulheres, utilizando a Escala de Estresse Percebido (PSS). RESULTADOS: Houve associação entre as variáveis testadas, sendo possível inferir que as mulheres com estresse elevado são as que vivenciaram sofrimento e apresentam controle glicêmico alterado, ou seja, com valores superiores a 180 mg/dL. A maioria relatou sofriment...

  8. Transtornos alimentares em escolares Eating disorders in school children

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    João E. M Vilela

    2004-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este trabalho investiga a freqüência de possíveis transtornos da alimentação e comportamentos alimentares inadequados em crianças e adolescentes de seis cidades do interior de Minas Gerais, uma vez que a maioria dos autores afirma uma prevalência maior em países desenvolvidos. MÉTODOS: Este é um estudo transversal onde foram aplicadas as auto-escalas BITE (Teste de Investigação Bulímica de Edinburgh, EAT (Teste de Atitudes Alimentares e Teste de Imagem Corporal em 1.807 estudantes de escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio, com idade entre 7 e 19 anos. RESULTADOS: De acordo com a auto-escala EAT, 241 alunos (13,3% apresentaram possíveis transtornos de alimentação, com predominância significativa do sexo feminino. E, segundo a auto-escala BITE, 19 estudantes (1,1% apresentaram um escore compatível com bulimia nervosa. Encontramos 1.059 alunos (59% insatisfeitos com sua imagem corporal, 731 alunos (40% em uso de dieta para emagrecer e 1.014 alunos (56% que praticavam atividade física com a finalidade de perder peso. Os episódios bulímicos foram encontrados em 218 alunos (12%, e 175 alunos (10% utilizavam métodos purgativos para perder peso. CONCLUSÕES: Este estudo mostra uma alta prevalência de possíveis transtornos alimentares na população estudada, assim como comportamentos alimentares inadequados, principalmente em adolescentes do sexo feminino. Os resultados são semelhantes aos encontrados nos países considerados desenvolvidos. Concluímos que esses achados são relevantes para a clínica da criança e do adolescente e que podem proporcionar futuros trabalhos onde poderemos compreender melhor os possíveis fatores de risco para esses transtornos da alimentação.OBJECTIVE: To determine the prevalence of possible eating disorders and inappropriate eating behaviors in school children from six municipalities in the state of Minas Gerais, Brazil. METHODS: Cross-sectional study. The Bulimic

  9. Fatores de risco cardiovascular e consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Elisabete Hilgenberg

    2016-04-01

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e inadequações de consumo alimentar em cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira e a associação com sexo e ano de formação. Estudo transversal com 166 cadetes da Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga – SP, entre junho e dezembro de 2013. Foram avaliadas medidas antropométricas, parâmetros bioquímicos e clínicos, nível de atividade física, tabagismo e consumo alimentar. Testes de Qui-Quadrado de Pearson ou Exato de Fisher foram utilizados. A prevalência de excesso de peso (IMC >25,0 kg/m2 foi de 29,7% nos homens e de 16,7% nas mulheres. Hipertensão arterial foi prevalente em 15,2% dos homens. Verificou-se hipercolesterolemia em 50,7% dos cadetes; 24,3% apresentaram valores elevados de lipoproteína de baixa densidade e, 11,2%, lipoproteína de alta densidade baixa. Houve associação entre tempo de permanência na Academia e lipoproteína de alta densidade baixa. Observou-se consumo elevado de gorduras saturadas (87,2% e de colesterol (42,7%. A ingestão inadequada de fibras foi verificada em 92,7% da amostra. Observou-se considerável prevalência de fatores de risco cardiovascular entre os cadetes, principalmente hipercolesterolemia e consumo alimentar inadequado.

  10. Transtornos alimentares em bailarinas clássicas adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mayara Freitas Monteiro

    2013-09-01

    Full Text Available Objetivo: Analisar a prevalência de sintomas de transtornos alimentares (TAs em bailarinas clássicas adolescentes. Métodos: Estudo observacional, transversal e analítico, realizado em 2009, cujos sintomas de TAs foram investigados aplicando-se os testes Eating Attitudes Test (EAT-26 e Bulimic Investigatory Test, Edinburgh (BITE. A avaliação da imagem corporal da população estudada se deu pelo Body Shape Questionnaire (BSQ. Além disso, foi realizada avaliação antropométrica – aferição de peso, estatura e pregas cutâneas, cálculo do índice de massa corporal (IMC e percentual de gordura corporal. Resultados: Das 139 adolescentes avaliadas, os desvios nutricionais estavam presentes em 4,4% (n=6; e 23% (n=32 apresentaram percentual de gordura anormal. A análise do EAT concluiu que 12,3% (n=17 apresentaram resultados positivos para a anorexia nervosa (AN. Diante dos resultados do BITE, identificou-se que 13,7% (n=19 apresentam hábito alimentar não usual e 6,5% (n=9 refletem quadro subclínico de bulimia nervosa (BN. Com relação à gravidade, 3,6% (n=5 apresentaram resultado significativo clinicamente e 1,4% (n=2, de alta gravidade. Ao avaliar o BSQ, 15,7% (n=21 encontravam-se levemente preocupadas com a imagem corporal; 5,2% (n=7, moderadamente; e 6,7% (n=9, extremamente preocupadas. Conclusão: O estudo não diagnosticou a presença de TAs, mas verificou a existência de sintomas de anorexia e bulimia nervosa. Ele teve como principal intuito alertar sobre a prevalência do possível desenvolvimento de TAs diante das interferências do meio em que essas adolescentes convivem, sob o modelo definido pelo balé clássico e as perturbações comuns na fase da adolescência.

  11. CONSUMO ALIMENTAR, PERFIL ANTROPOMÉTRICO E CONHECIMENTOS EM NUTRIÇÃO DE CORREDORES DE RUA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Roriz Ferreira

    2015-12-01

    Full Text Available Introdução A nutrição esportiva e a composição corporal são fatores importantes para o desempenho de atividades esportivas. A corrida de rua se popularizou no mundo, especialmente na última década. Os corredores de rua devem consumir uma dieta nutricionalmente adequada e ter conhecimento sobre nutrição para manter um perfil nutricional adequado. Objetivo Avaliar a adequação dietética, o perfil antropométrico e os conhecimentos em nutrição de corredores de rua. Métodos Os corredores adultos de ambos os gêneros (n = 51 foram entrevistados sobre conhecimentos em nutrição, por meio de um questionário padronizado modificado. A avaliação do consumo alimentar foi feita com a aplicação de dois recordatórios de 24 horas em dias não consecutivos e com a análise da adequação de macronutrientes, micronutrientes e fibra alimentar. A avaliação antropométrica foi realizada por meio do índice de massa corporal e percentual de gordura. Resultados A maioria dos corredores de rua do gênero masculino teve um percentual de gordura adequado e foi constatada magreza para cerca de 30% de homens e mulheres. As inadequações dietéticas de ma-cronutrientes caracterizaram-se por consumo insuficiente de carboidratos (59,6% de indivíduos e ingestão elevada de proteínas (32,7%. Fibra, cálcio, tiamina, riboflavina e niacina foram consumidas abaixo dos níveis recomendados, principalmente entre os homens. O conhecimento em nutrição foi associado à adequação da ingestão de micronutrientes. As mulheres tiveram melhor nível de conhecimento básico em nutrição e maior prevalência de ingestão adequada. Conclusão Apesar dos corredores de rua demonstrarem alto nível de conhecimento básico em nutrição e adequado perfil antropométrico, a maioria teve hábitos alimentares e nutrição inadequados ao desempenho esportivo.

  12. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres jovens na fase lútea e folicular do ciclo menstrual Nutritional status and food consumption of young women in the luteal and follicular phases of the menstrual cycle

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Almenara Silva dos Santos

    2011-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional e a ingestão alimentar de mulheres adultas sadias durante o ciclo menstrual. MÉTODOS: Quarenta e cinco voluntárias foram acompanhadas durante três meses. A avaliação do estado nutricional foi baseada no índice de massa corporal, porcentagem de gordura e água corporal. Foram aplicados seis registros alimentares para análise da ingestão dos grupos de alimentos, usando como base o guia alimentar da pirâmide. Para a observação do sintoma "desejos alimentares", foram utilizados três "mapas de sintomas diários". RESULTADOS: Os valores médios de índice de massa corporal e de porcentagem de gordura corporal apresentaram-se normais em ambas as fases, entretanto foi observado maior percentual de mulheres com água corporal acima do padrão na fase lútea (77%. O consumo de alimentos do grupo complementar foi maior na fase lútea. Todos os outros grupos de alimentos, com exceção do grupo de carnes, apresentaram consumo inferior às recomendações, em ambas as fases. A intensidade do sintoma "desejos alimentares" foi leve durante o ciclo menstrual, não sendo observada diferença significativa entre as fases. O sintoma "desejos alimentares" associou-se positivamente com o aumento da ingestão do grupo complementar na fase lútea. CONCLUSÃO: O ciclo menstrual influencia o comportamento alimentar e leva à retenção hídrica, na fase lútea, em mulheres adultas sadias.OBJECTIVE: This study assessed the nutritional status and food intake of healthy young women during the menstrual cycle. METHODS: Forty-five volunteers were followed for three months. Their nutritional status was determined by body mass index, body fat and total body water. Six food recall instruments were used to evaluate food group intake according to the food guide pyramid. Food cravings were detected by three daily symptom charts. RESULTS: The mean body mass index and body fat were normal in both phases; however, there was a higher

  13. Insegurança alimentar em domicílios brasileiros com crianças menores de cinco anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Paula Poblacion

    2014-05-01

    Full Text Available Este artigo se propõe a estudar o processo de insegurança alimentar e fome em domicílios brasileiros com crianças menores de cinco anos. É um estudo transversal com representatividade nacional executado com dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS-2006 tendo como variável dependente a insegurança alimentar moderada e grave (IAM+G, medida através da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Foram geradas estimativas de prevalência e razão de prevalência com intervalos de 95% de confiança. Os resultados apontam para alta prevalência de IAM+G concentrada nas regiões Norte e Nordeste (30,7%, nas classes econômicas D e E (34% e em beneficiários de Programas de Transferência de Renda (PTR; 36,5%. O modelo de análise multivariada constatou que os riscos sociais (beneficiário de PTR, regionais (Norte e Nordeste e econômicos (classes D e E eram de 1,8, 2,0 e 2,4, respectivamente. Agregando-se os três riscos observou-se que 48% dos domicílios encontravam-se em IAM+G, ou seja, crianças e adultos passaram fome nos três meses anteriores ao inquérito.

  14. Mulher e mercado: participação e conhecimentos femininos na inserção de novas espécies de pescado no mercado e na dieta alimentar dos pescadores da RESEX Mãe Grande em Curuçá (PA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marllen Karine da Silva Palheta

    Full Text Available Resumo O artigo descreve como o conhecimento tradicional da mulher marisqueira e pescadora de rio e mar, da localidade de Caratateua, RESEX Marinha Mãe Grande de Curuçá (PA, contribui na inserção e comercialização de novas espécies de pescado. O trabalho utiliza metodologia quali-quantitativa e produz dados que apontam para um quadro de escassez dos pescados mais apreciados no mercado local. Apresenta o conhecimento tradicional feminino sobre as espécies-chave que compõem a dieta dos pescadores, sendo esse uma forma de inserção das mulheres no mercado. A coleta dos dados ocorreu no período de março a agosto de 2012. As técnicas metodológicas utilizadas priorizaram um fazer etnográfico, privilegiando o uso de entrevistas semiestruturadas, realizadas com pescadoras/marisqueiras da comunidade, sendo aplicados, ainda, dez questionários às mesmas e nove questionários no mercado do município de Curuçá, junto aos vendedores de pescado. Nas entrevistas, foi possível observar as mudanças ocorridas ao longo dos anos, evidenciando a escassez das espécies tradicionais, tanto na mesa do pescador quanto no mercado consumidor. Os resultados apontam, especialmente, para o papel da mulher na inserção de novas espécies em ambos os espaços, privado e do mercado, já que o conhecimento feminino evidencia uma maior percepção acerca dos recursos naturais disponíveis para consumo.

  15. Transtornos alimentares em homens abstinentes de substâncias psicoativas em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Medino Soares

    2017-01-01

    importante que sejam promovidas novas estratégias terapêuticas para o melhor atendimento nutricional dos indivíduos em abstinência.   Palavras-chave: Transtornos por Uso de Substância Psicoativa; Síndrome de Abstinência a Substâncias; Transtorno da Compulsão Alimentar; Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína; Dopaminérgicos; Alcoolismo, Obesidade.

  16. Relação entre incontinência urinária em mulheres atletas corredoras de longa distância e distúrbio alimentar The relationship between urinary incontinence and eating disorders in female long-distance runners

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maíta Poli de Araújo

    2008-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a ocorrência de incontinência urinária (IU em atletas corredoras de longa distância e associá-la a presença ou não de distúrbios alimentares. MÉTODOS: Um total de 37 corredoras de longa distância completaram os questionários ¨International Consultation on Incontinence Questionnaire-Short Form¨ (ICIQ-SF e o ¨Eating Attitudes Test¨ (EAT-26. O teste do absorvente de uma hora foi realizado para quantificar a perda de urina. A análise estatística das variáveis contínuas foi feita pelo teste t pareado, ou teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: 23 atletas (62,2% tinham queixa de perda de urina. A média dos escores do ICIQ-SF neste grupo foi de 4,03 ± 5,06. Houve diferença estatisticamente significante entre o valor do teste do absorvente (p=0,02 e o resultado do questionário EAT-26 (p=0,03 no grupo de atletas incontinentes. CONCLUSÃO: Encontramos IU em atletas corredoras de longa distância e houve correlação com distúrbios alimentar. Técnicos devem estar atentos para a ocorrência de eventuais distúrbios e encaminhar tais atletas para uma equipe multidisciplinar.BACKGROUND: To determine the prevalence of urinary incontinence in female long-distance runners and to compare it with the presence or not of eating disorders. Methods - A total of 37 women have completed the International Consultation on Incontinence Questionnaire-Short Form (ICIQ-SF and the short version of the Eating Attitudes Test (EAT-26. A one-hour pad test was performed to determine urine loss. Mean values of continuous variables were compared using an independent sample t-test or the Mann-Whitney U test. RESULTS: 23 athletes (62.2% reported urine loss. The mean of the ICIQ-SF was 4.03 ± 5.06. There was a significant relation between the 1-hour pad test (p=0.02 and eating disorders (p=0.03. CONCLUSIONS: There was urinary incontinence in female long-distance runners and a correlation with eating disorders. Coaches should improve their knowledge

  17. Estresse em mulheres com Diabetes mellitus tipo 2

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Cristina Lessmann

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi investigar a relação entre estresse e Diabetes Mellitus Tipo 2 em mulheres. MÉTODO: Estudo transversal prospectivo, desenvolvido com 147 mulheres, utilizando a Escala de Estresse Percebido (PSS. RESULTADOS: Houve associação entre as variáveis testadas, sendo possível inferir que as mulheres com estresse elevado são as que vivenciaram sofrimento e apresentam controle glicêmico alterado, ou seja, com valores superiores a 180 mg/dL. A maioria relatou sofrimento decorrente de problemas nas relações interpessoais, óbito, doença de familiares e solidão. CONCLUSÃO: Mulheres com DM2 que convivem com estresse e/ou sofrimento constituem grupo vulnerável ao desenvolvimento de agravos à saúde demandando aos serviços de saúde o desenvolvimento de estratégias que modifiquem esta situação.

  18. Obesidade, práticas alimentares e conhecimentos de nutrição em escolares

    OpenAIRE

    Triches,Rozane Márcia; Giugliani,Elsa Regina Justo

    2005-01-01

    OBJETIVO: Avaliar a associação da obesidade com as práticas alimentares e conhecimentos de nutrição em escolares. MÉTODOS: Peso e estatura foram medidos em 573 crianças de todas as escolas municipais de Dois Irmãos e Morro Reuter, RS. Obesidade foi definida como índice de massa corporal acima do percentil 95, tendo como referência os dados do National Center for Health Statistics. Práticas alimentares e conhecimentos em nutrição foram avaliados por questionário auto-aplicado aos escolares. Fo...

  19. Distúrbios alimentares em adolescentes praticantes de balé e suas repercussões nutricionais

    OpenAIRE

    Girao, Ana Cecilia Maia

    2008-01-01

    A avaliação nutricional e o uso do Eating Atitudes Test (EAT-26) em indivíduos expostos aos riscos alimentares têm se tornado uma importante ferramenta no rastreamento de transtornos do comportamento alimentar, em especial a anorexia e a bulimia nervosa. Então, analisar as repercussões nutricionais decorrentes de erros alimentares crônicos em adolescentes praticantes de balé foi o objetivo desta pesquisa. A identificação dos distúrbios de comportamento alimentar mediante ferramentas e instrum...

  20. Cefaleia e qualidade de vida em mulheres em pós-menopausa recente e tardia

    OpenAIRE

    Melo Filho, Sidraiton Sálvio Alves de

    2012-01-01

    Analisar mulheres no climatério quanto à qualidade de vida (QV), avaliar se esta é influenciada pelo tempo de pós-menopausa e avaliar a presença de cefaleia. Métodos: Foi conduzido estudo descritivo, comparativo e transversal, com 110 mulheres na pós-menopausa, de idades entre 45 a 65 anos, atendidas em um ambulatório especializado em climatério. As participantes foram divididas em dois grupos: pós-menopausa recente (n=49 – com tempo de pós-menopausa menor que 5 anos) e pós-menopausa tardia (...

  1. Preditores dietéticos das concentrações séricas ou plasmáticas de homocisteína, ácido fólico, vitaminas B12 e B6 em mulheres

    OpenAIRE

    Lana Carneiro Almeida

    2007-01-01

    Objetivo Examinar a correlação entre fatores dietéticos, obtidos por questionário de freqüência alimentar (QFA) validado, e concentrações séricas ou plasmáticas de homocisteína (hcy), ácido fólico, vitaminas B12 e B6 em mulheres de São Paulo. População e métodos Foram analisados os dados dietéticos de 1.434 mulheres de 21 a 65 anos de um estudo caso-controle sobre consumo alimentar e lesões neoplásicas do colo uterino realizado em três hospitais públicos da cidade de São Paulo, excluindo-se o...

  2. Gênero, classe e etnia em As mulheres de Tijucopapo

    OpenAIRE

    Silva, Alexsandra Maria Ferreira da

    2010-01-01

    Essa dissertação de mestrado procurou analisar a representação do feminino em As Mulheres de Tijucopapo, de Marilene Felinto. O romance, escrito em 1982, aponta para o questionamento de uma ideologia hegemônica nas três identidades sociais: a de gênero, a étnico-racial e a de classe. A hipótese é que considerando-se a coexistência de múltiplas identidades – de classe, de gênero e étnica - , a identidade da narradora- protagonista, Rísia, se constrói/ destrói/ reconstrói nos processos vivos do...

  3. A influência da comorbidade com transtornos alimentares na apresentação de mulheres dependentes de substâncias psicoativas The impact of eating disorders as a comorbidity on psychoactive drug-dependent women seeking care

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvia Brasiliano

    2006-01-01

    Full Text Available A associação entre transtornos alimentares e dependência de substâncias é freqüente na prática clínica. Apesar de já existirem dados sugestivos de que essa associação possa sinalizar maior severidade nos distúrbios psiquiátricos e clínicos das pacientes, poucas pesquisas avaliaram sua influência no tratamento. Oitenta mulheres dependentes de álcool e drogas que procuraram tratamento em um programa exclusivo para mulheres foram avaliadas por meio da Entrevista Clínica Estruturada para o DSM-IV (SCID, do ASI, e de um questionário padronizado para a coleta de dados sociodemográficos e relativos ao uso de substâncias psicoativas. As 27 (33,75% pacientes que tinham transtornos alimentares presentes (grupo com TA foram comparadas com as 53 (66,25% que não tinham essa comorbidade (grupo sem TA. Os resultados mostraram que o grupo com TA teve problemas com drogas de maneira mais precoce, era significativamente mais jovem e tinha maior severidade no uso destas que o grupo sem TA. As diferenças encontradas, bem como a alta prevalência dos transtornos alimentares não formais, enfatizam a importância de uma avaliação detalhada dos transtornos alimentares em pacientes dependentes de substâncias psicoativas que buscam tratamento. A fim de planejar abordagens terapêuticas efetivas, essas diferenças e, principalmente, a influência da comorbidade entre transtornos alimentares e dependência de substâncias psicoativas no tratamento da dependência química precisam ser investigadas no futuro.The co-occurrence of eating disorders and substance use disorders is frequent in clinical settings. Although there are some data suggesting that this co-occurrence may signal greater psychiatric disturbances and greater medical risks, few studies have evaluated its impact on treatment course. Eighty drug dependent women who had sought treatment in a substance use gender-responsive program were assessed with the Structured Clinical Interview for

  4. Grupo de reeducação alimentar: uma experiência holística em saúde na pespectiva familiar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Mafra Brienza

    2002-12-01

    Full Text Available O estudo descreve uma experiência de desenvolvimento de um programa educativo familiar voltado para o tema Reeducação Alimentar. O mesmo se caracteriza por um processo que pode possibilitar à população avaliar a qualidade de vida. Justificam esta iniciativa o envelhecimento da população brasileira onde a obesidade desempenha um papel importante como fator de risco, bem como o despreparo do sistema de saúde e da sociedade. O presente trabalho é realizado em uma micro-área do município de Ribeirão Preto. Acontece na forma de grupos, com duração de 2 meses e participação média de 13 pessoas. Tem como clientela básica mulheres. Através da participação da clientela, são elaborados cardápios alimentares. São oferecidos grupos de manutenção que visam dar continuidade ao processo. Têm-se observado uma procura de aproximadamente 30 inscritos para cada grupo. Um Programa de Reeducação Alimentar contribui para o auto-cuidado e a auto-responsabilidade, apoiando estilos de vida mais saudáveis.

  5. Prevalência do excesso de peso e fatores associados em mulheres em idade reprodutiva no Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Macelly de Moraes PINHEIRO

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Determinar a prevalência do excesso de peso e fatores associados em mulheres em idade reprodutiva no município de Vitória de Santo Antão, Pernambuco. Métodos: Estudo transversal com 322 mulheres, conduzido entre os meses de janeiro e abril de 2013 através de busca ativa nos domicílios. O estado nutricional foi classificado pelo índice de massa corporal para as maiores de 18 anos e pelo índice de massa corporal/idade para as adolescentes. A variável dependente foi o excesso de peso (sobrepeso/obesidade e os fatores associados (variáveis independentes foram: as condições socioeconômicas e demográficas (idade, escolaridade, alfabetização, trabalho remunerado, classe econômica, condição de segurança alimentar e nutricional, número de pessoas no domicílio, condições de saneamento básico, piso, teto, número de cômodos e de dormitórios, comportamental (prática de atividade física e história reprodutiva (menarca, número de gestações e método contraceptivo. A regressão de Poisson foi utilizada para a análise dos fatores associados ao excesso de peso. Resultados: A prevalência de excesso de peso nas mulheres foi de 60,9%. O modelo regressão mostrou que a idade (20-39 anos: razões de prevalências 1,84 intervalo de confiança 95% 1,04-3,24; ≥40 anos: razões de prevalências 2,20; intervalo de confiança 95% 1,18-4,08 e a idade da menarca (≤13anos: razões de prevalências 1,37; intervalo de confiança 95% 1,03-1,82 se associaram ao excesso de peso. Conclusão: A prevalência de excesso de peso representou quase dois terços da população estudada e esteve associada com a maior idade cronológica e a menor idade da menarca, o que corrobora outros resultados da literatura científica.

  6. Consumo alimentar e estresse em pacientes com síndrome coronariana aguda

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Evelise Helena Fadini Reis Brunori

    2015-10-01

    Full Text Available RESUMOObjetivo:Avaliar se o consumo alimentar de pacientes com síndrome coronariana aguda (SCA segue as recomendações nacionais e internacionais e se existe relação com níveis de estresseMétodo:Estudo transversal com 150 pacientes com SCA que foram entrevistados utilizando-se os Questionários de Frequência Alimentar e Escala de Estresse Percebido-10.Resultados:Consumo diário acima das recomendações: colesterol (92%, fi bras (42,7% e proteínas (68%; consumo abaixo das recomendações: potássio (88% e carboidratos (68,7%; consumo conforme recomendações: sódio (53,3% e lípides (53,3%. A maioria (54% com consumo alimentar inadequado era estressada ou altamente estressada. Houve associação estatisticamente signifi cante entre menor nível de estresse e maior consumo de fibras.Conclusão:Em pacientes com SCA, o consumo alimentar esteve fora do recomendado pelas diretrizes e o menor consumo de fibras ocorre concomitantemente com maior estresse. Esforços educativos podem instrumentalizar os pacientes na adequação do consumo alimentar e no controle do estresse.

  7. Insegurança alimentar e indicadores antropométricos, dietéticos e sociais em estudos brasileiros: uma revisão sistemática

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dayane de Castro Morais

    2014-05-01

    Full Text Available Objetivou-se nesta revisão sistemática relacionar situação de insegurança alimentar, detectada pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA, com indicadores antropométricos, dietéticos e sociais. Realizou-se busca em bases eletrônicas (ScieLO, LILACS, MEDLINE, com seleção dos estudos pelos títulos e resumos, e posteriormente por leitura integral. Incluiu-se estudos identificados nas referências bibliográficas. Dos 215 revisados, 15 contemplaram critérios de inclusão (associação entre indicadores antropométricos, dietéticos ou sociais com insegurança alimentar, detectada pela EBIA, sendo que três contemplaram mais de uma variável de interesse. Observou-se relação entre insegurança alimentar e índices estatura/idade e peso/idade em crianças, e para obesidade em mulheres. Menor consumo de alimentos reguladores, construtores e ferro, e maior consumo de carboidratos associou-se à insegurança alimentar. Houve relação entre indicadores sociais, como menor renda e escolaridade, ausência de vínculo empregatício e saneamento básico. A EBIA apresentou associação, em alguns estudos, com indicadores nutricionais e sociais, mas deve ser utilizada conjuntamente com outros instrumentos, visando abranger múltiplas dimensões da segurança alimentar e nutricional.

  8. Relacionamentos Afetivo-Familiares em Mulheres com Anorexia e Bulimia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leonidas

    Full Text Available RESUMOEste estudo teve por objetivo investigar a rede social de apoio de mulheres com anorexia e bulimia, com ênfase em suas relações afetivo-familiares. A amostra foi composta por 12 participantes atendidas em hospital universitário. Os instrumentos utilizados foram: roteiro de entrevista semiestruturada, Mapa de Rede e Genograma. Os resultados indicaram que as redes sociais das participantes têm configuração restrita, com proeminência de membros da família em sua composição. Os relacionamentos familiares oscilam, contudo, entre turbulência e distanciamento afetivo. As relações de afeto mantidas com pais, cônjuges e namorados são marcadas por divergências e insatisfações. A baixa densidade da rede de amizades e o empobrecimento da vida social resultam em isolamento e dificuldades de dar início e/ou manter relacionamentos afetivos duradouros.

  9. Seguranca alimentar, renda e Programa Bolsa Familia: estudo de coorte em municipios do interior da Paraiba, Brasil, 2005-2011

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Caroline Sousa Cabral

    2014-02-01

    Full Text Available Este trabalho tem por objetivo avaliar o impacto do Programa Bolsa Família na superação da Insegurança Alimentar. Realizou-se um estudo de coorte em 2005 e 2011, em amostra de famílias residentes em São José dos Ramos e Nova Floresta, Paraíba, Brasil. Em 2005 foram avaliados 609 domicílios e em 2011 foram encontradas e entrevistadas 406 famílias. Houve aumento da segurança alimentar/insegurança alimentar leve e melhoria nos indicadores socioeconômicos. Percebeu-se uma relação significativa entre a elevação da renda e a melhoria dos níveis de Insegurança Alimentar. O programa impacta positivamente no aumento da renda, propiciando melhorias dos níveis de segurança alimentar/insegurança alimentar leve. Percebeu-se que outras variáveis socioeconômicas podem estar contribuindo na melhoria deste perfil. Diante disso, no combate à insegurança alimentar e nutricional, são necessárias outras políticas e programas que ajam nos demais determinantes.

  10. Hábitos alimentares aterogênicos de grupos populacionais em área metropolitana da região sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1994-10-01

    Full Text Available Em amostra representativa da população de duas áreas de estudo (568 indivíduos, Município de Cotia, SP, Brasil, foi realizado inquérito alimentar, baseado na história alimentar do indivíduo. Os objetivos foram: identificar o potencial aterogênico de dietas de diferentes agrupamentos humanos, estratificados em classes sociais e analisar diferenciais de consumo de alguns nutrientes, que conferem aterogenicidade à dieta entre esses agrupamentos. Foram analisados diferenciais de consumo, entre homens e mulheres, segundo classes sociais e tomando-se como referência o percentil 50 (P50 da amostra, dos seguintes constituintes da dieta: energia, proteínas totais, proteínas de origem animal, percentagem de calorias protéicas (P%, ácidos graxos, gorduras, carboidratos. Seguindo esse critério, foram analisados perfis de dieta em relação às recomendações do National Cholesterol Education Program (NEP no que diz respeito às calorias fornecidas pelas gorduras (G >30%, ac. graxos saturados (AGS> 10%, carboidratos (HC>60% e colesterol (>300mg/dia. Os resultados mostraram que os diferenciais de consumo foram mais pronunciados entre os homens do que entre as mulheres. As classes sociais, entre os homens, que apresentaram maiores percentuais acima do P50 da amostra, no que diz respeito à energia , proteínas totais, gorduras e carboidratos, foram as representadas pelos trabalhadores não qualificados, que se dedicam a trabalhos braçais com alto consumo energético e a dos pequenos proprietários e comerciantes. A classe de maior poder aquisitivo e nível educacional apresentou consumo moderado desses constituintes. O consumo de proteínas de origem animal, acima do P50, entre homens e mulheres, guardou relação direta com o nível socioeconômico da classe . A participação calórica das gorduras (G% e proteínas (P% foi diretamente proporcional ao poder aquisitivo da classe, ao passo que a dos carboidratos (HC% guardou relação inversa

  11. Hábitos alimentares aterogênicos de grupos populacionais em área metropolitana da região sudeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Salas Martins Ignez

    1994-01-01

    Full Text Available Em amostra representativa da população de duas áreas de estudo (568 indivíduos, Município de Cotia, SP, Brasil, foi realizado inquérito alimentar, baseado na história alimentar do indivíduo. Os objetivos foram: identificar o potencial aterogênico de dietas de diferentes agrupamentos humanos, estratificados em classes sociais e analisar diferenciais de consumo de alguns nutrientes, que conferem aterogenicidade à dieta entre esses agrupamentos. Foram analisados diferenciais de consumo, entre homens e mulheres, segundo classes sociais e tomando-se como referência o percentil 50 (P50 da amostra, dos seguintes constituintes da dieta: energia, proteínas totais, proteínas de origem animal, percentagem de calorias protéicas (P%, ácidos graxos, gorduras, carboidratos. Seguindo esse critério, foram analisados perfis de dieta em relação às recomendações do National Cholesterol Education Program (NEP no que diz respeito às calorias fornecidas pelas gorduras (G >30%, ac. graxos saturados (AGS> 10%, carboidratos (HC>60% e colesterol (>300mg/dia. Os resultados mostraram que os diferenciais de consumo foram mais pronunciados entre os homens do que entre as mulheres. As classes sociais, entre os homens, que apresentaram maiores percentuais acima do P50 da amostra, no que diz respeito à energia , proteínas totais, gorduras e carboidratos, foram as representadas pelos trabalhadores não qualificados, que se dedicam a trabalhos braçais com alto consumo energético e a dos pequenos proprietários e comerciantes. A classe de maior poder aquisitivo e nível educacional apresentou consumo moderado desses constituintes. O consumo de proteínas de origem animal, acima do P50, entre homens e mulheres, guardou relação direta com o nível socioeconômico da classe . A participação calórica das gorduras (G% e proteínas (P% foi diretamente proporcional ao poder aquisitivo da classe, ao passo que a dos carboidratos (HC% guardou relação inversa

  12. As mulheres e o empowerment: tecnologias e redes sociais em Portugal

    OpenAIRE

    Correia, Edite Maria de Jesus Pinheiro

    2015-01-01

    Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais Esta pesquisa realizada em vários países europeus, pretende fazer uma reflexão sobre a relação das mulheres com o poder e as novas tecnologias. Face à desigualdade das mulheres na concorrência com os homens para a obtenção de carreiras plenas nas organizações, interessa estudar as estratégias de mulheres que conseguiram ocupar cargos de elevada responsabilidade ou que estão em mobilidade ascendente nas organizações. Certamente, est...

  13. Gênero, sexualidade, corpo e trabalho: etnografia em um clube das mulheres

    OpenAIRE

    Arent, Marion; Carrara, Sérgio

    2007-01-01

    Esta etnografia investiga papéis de gênero em um Clube das Mulheres. Observações e entrevistas foram utilizadas na coleta de dados. Clube das Mulheres (CM) é um show de strip-tease masculino para mulheres apresentado numa boate do Rio de Janeiro. Neste contexto, como sujeitos e objetos, tanto homens quanto mulheres desempenham posições conflitantes. Corpos masculinos são dispostos para o consumo feminino, representando uma inversão dos papéis de gênero tradicionais, porém a masculinidade é su...

  14. SEGURANÇA ALIMENTAR NO CAMPO E NA CIDADE EM NEPOMUCENO-MG

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucas Guedes Vilas Boas

    2017-07-01

    Full Text Available A alimentação é muito importante à saúde dos indivíduos, garantindo-lhes o suprimento de nutrientes indispensáveis ao funcionamento ideal de seus organismos. Destarte, este artigo almeja analisar e comparar a alimentação de um grupo populacional recém-migrado para a cidade com a de um conjunto de habitantes do campo, que não possua nenhum vínculo com procedimentos agroecológicos ou movimentos sociais. O local de estudo é o município de Nepomuceno, situado na mesorregião Sul/Sudoeste de Minas Gerais. Para este objetivo, o trabalho utiliza a categoria de análise segurança alimentar, pois se julga que esta possui muitos aspectos concernentes à relação entre agricultura e dieta alimentar e permite a averiguação de aspectos relacionados à alimentação e à saúde dos pesquisados. Para a averiguação da segurança alimentar dos grupos estudados, aplicou-se o questionário da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA em quarenta imóveis camponeses e em quarenta domicílios citadinos de Nepomuceno. Ademais, outros aspectos que influenciam na segurança alimentar dos indivíduos, como o alcoolismo, a obesidade, o uso de agrotóxicos, os problemas psicológicos, entre outros, também foram avaliados.

  15. Novas perspectivas em educação alimentar e nutricional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Ionata de Oliveira

    2008-12-01

    Full Text Available A crescente ênfase na temática de educação alimentar e nutricional, decorrida da estratégia Fome Zero e da Política Nacional de Alimentação e Nutrição, bem como da mudança no perfil de morbi-mortalidade da população, tornou fundamental a reflexão sobre sua configuração enquanto ação governamental. Na estratégia Fome Zero, a educação alimentar e nutricional é prevista como ação estruturante, de tal sorte que a mesma configurou-se institucionalmente no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS tendo como perspectiva a promoção da segurança alimentar e nutricional. Dessa forma, a Coordenação responsável pelo desenvolvimento de ações educativas nesse Ministério promoveu duas oportunidades de reflexão: uma interna, que visava estabelecer o marco institucional da educação alimentar e nutricional no MDS, e a outra no Conselho Nacional de Segurança Alimentar, com o objetivo de subsidiar o grupo de trabalho de alimentação adequada e saudável. Dessas discussões surgiram importantes recomendações e estratégias como base para o desenvolvimento de ações educativas em alimentação e nutrição tanto para o governo como para a sociedade civil. Dentre essas recomendações, destacamos a importância de que as ações educativas sejam desenvolvidas no sentido de promover a autonomia dos indivíduos, a interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade, respeitando as culturas alimentares e valorizando a história alimentar e a diversidade regional, ao mesmo tempo em que reconheçam os saberes populares e fomentem a biodiversidade local.

  16. Evolucao dos precos relativos de grupos alimentares entre 1939 e 2010, em Sao Paulo, SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tania Yuka Yuba

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a evolução dos preços relativos dos grupos de produtos alimentares e sua influência nas políticas públicas para uma alimentação saudável. MÉTODOS: Foram analisados dados do município de São Paulo de 1939 a 2010, a partir da aplicação de métodos de cálculo de números-índices. Foram utilizados dados do banco de preços e estruturas de ponderação da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (1939 a 1988 e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (1989 a 2010. O banco de preços foi organizado, sua consistência foi testada e os preços foram deflacionados pelo Índice de Preços ao Consumidor. Os dados relativos a preços deflacionados foram calculados e agregados por categorias e grupos alimentares da pirâmide alimentar adaptada. Os índices de preços de cada grupo foram construídos aplicando a fórmula de Laspeyres modificada. O índice geral de preços da alimentação foi comparado com índices de cada grupo alimentar e respectiva categoria: alimentos in natura; alimentos industrializados; bebidas; carnes, leguminosas, leite e ovos; cereais e tubérculos; e refeições fora do domicílio. RESULTADOS: Os grupos alimentares de gorduras, óleos, condimentos, açúcares e alimentos processados (alimentos industrializados apresentaram tendência de redução de preços em termos relativos. O índice dos alimentos in natura, como frutas e verduras, apresentaram tendência de elevação de preços. Outros grupos alimentares, como cereais, farinhas e massas, carnes, leite e ovos, apresentaram estabilidade de preços relativos ao longo do tempo. CONCLUSÕES: A evolução dos preços relativos dos alimentos no município de São Paulo mostra tendência desfavorável à manutenção da alimentação saudável em nível domiciliar em longo prazo.

  17. Dinomys branickii Peters, 1873 (Rodentia, Dinomyidae: consumo e preferência alimentar em cativeiro.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raymundo Tomaz Santos Neto

    2017-02-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2017v30n1p91 Dinomys branickii é uma espécie vulnerável que sofre pressão de atividades antrópicas como a caça e a destruição do habitat. A criação dessa espécie em cativeiro é uma alternativa viável para a implantação de projetos de conservação e para ampliar o conhecimento dos principais aspectos da sua biologia. O objetivo deste trabalho foi determinar o consumo e a preferência alimentar de um grupo de D. branickii em cativeiro. Para determinar a preferência alimentar foi utilizado o índice de preferência alimentar (P dos alimentos mais consumidos. A quantidade média de alimentos ofertados foi de 6,6 kg dia/grupo, sendo consumidos 4,4 kg dia/grupo (66%, totalizando 11 ± 2,9 alimentos ofertados por dia. O consumo de frutas (71% foi maior que os demais grupos alimentares, seguido do consumo raízes/tubérculos (65,3% e os menos consumidos foram cereais/sementes (39,4% e folhas (38,3%. Os alimentos preferidos foram: Brassica oleracea (P = 1,38, Zea mays (P = 1,25, Ipomoea batatas (P = 1,17, Mangifera indica (P = 1,13, Cucubita moschata (P = 1,10, Talinum esculentum (P = 1,00 e Manihot esculenta (P = 1,00. Os resultados obtidos sugerem que os alimentos com teor elevado de ibras e carboidratos devem ser utilizados na composição da dieta de D. branickii em cativeiro, visando o bem estar e desenvolvimento da espécie.

  18. Economia moral e abastecimento alimentar em Minas Gerais no século XVIII

    OpenAIRE

    Silva, Flávio Marcus da

    2010-01-01

    Analisando a documentaçáo oficial do governo português na capitania de Minas Gerais, no século XVIII, percebemos que a política de abastecimento alimentar empreendida pelas autoridades coloniais no território mineiro refletia uma forma particular de organizaçáo do poder político na Península Ibérica, mais especificamente em Portugal, em que a família - unidade orgânica criada por Deus - era o principal modelo de organizaçáo do poder. Partindo dessa perspectiva, o objetivo deste artigo é discu...

  19. Transtornos alimentares em alunas da Faculdade de Medicina do Centro de Ciências Médicas e Biológicas da PUC-SP

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Carolina Martins Pinto

    2009-07-01

    Full Text Available O trabalho tem por objetivo identificar a presença de sinais e/ou sintomas de transtornos alimentares em alunas do 1º e do 4º ano do curso de Medicina da PUC-SP e comparar os resultados obtidos para verificar se existe ou não a influência do ambiente universitário no surgimento ou agravamento desses sinais e/ou sintomas. A amostra foi formada por 85 alunas (46 do 1º ano e 39 do 4º ano do curso de Medicina na faixa etária média de 20 anos de idade. Para tanto foram utilizados dois questionários autopreenchíveis que avaliam o comportamento alimentar. São eles o “Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE”, e o “Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26”. Para a análise dos resultados foram aplicados os seguintes testes: Teste do qui- quadrado, Teste G de Cochran e Teste de Mann-Whitney. Segundo o BITE, 2,20% das alunas do 1ºano e 2,60% das alunas do 4ºano apresentaram comportamento de risco para bulimia e 6,50% das alunas do 1º ano apresentaram sintomas de gravidade significativa de transtornos alimentares, enquanto que o 4º ano apresentou 10,30% das alunas com sintomas significativos. De acordo com a EAT, 28,30% das alunas do 1º ano e 28,20% das alunas do 4º ano apresentaram comportamento de risco para anorexia nervosa. Após análise e comparação dos resultados obtidos, concluiu-se que há uma taxa de prevalência de comportamentos sugestivos de transtornos alimentares compatível com o descrito na literatura para mulheres jovens, porém, inferior ao encontrado em outros estudos realizados com estudantes universitários. Não foi encontrada correlação entre o ambiente universitário e o surgimento ou agravamento desses transtornos.

  20. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Giron Uzunian

    2015-11-01

    Full Text Available Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes, maior será o fator de proteção contra o desenvolvimento de transtornos alimentares.

  1. As relações entre raiva e habilidades sociais em indivíduos com transtornos alimentares

    OpenAIRE

    Juliana Furtado DAugustin

    2015-01-01

    Os Transtornos Alimentares (TA) são caracterizados por graves perturbações no comportamento alimentar, geralmente de início precoce e curso duradouro. Vários fatores estão associados a sua etiologia, como fatores familiares, socioculturais, biológicos e psicológicos. Alguns autores demonstraram existir correlação entre gravidade nos comportamentos alimentares inadequados, baixos níveis de assertividade, altos níveis de hostilidade autodirigida e dificuldade em expressar a raiva. Além disso, a...

  2. Mulher: uma “classe desprivilegiada em alta conta”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isabelle Anchieta

    2011-12-01

    Full Text Available Dos grupos desprivilegiados, a mulher ocupa uma posição no mínimo curiosa. Ao contrário dos demais, como os negros e homossexuais, ela é exaltada socialmente pela maternidade, beleza, divindade e virtude. Símbolo da liberdade e da igualdade na Europa, na América e na Ásia, ela está simultaneamente à margem de posições sociais de prestígio na vida política, no trabalho e na família, há mais de vinte séculos. Será que o poder feminino foi ou ainda é apenas simbólico? Mas, se as imagens e os símbolos são fundamentais ao poder, por que, no caso feminino, há uma separação entre a vida real e a vida simbólica? Para responder a essas questões, será aqui feita uma análise comparativa entre dois sociólogos: o canadense Erving Goffman, na obra L’arrangement des sexes (sem tradução para o português, publicada em 1977, e o francês Pierre Bourdieu, com a obra A dominação masculina, de 1998, além do diálogo com estudos feministas e historiadores do gênero.

  3. Como morre uma mulher? : configurações da violência letal contra mulheres em Pernambuco

    OpenAIRE

    Gomes, Ana Paula Portella Ferreira

    2014-01-01

    Esta tese tem como tema os homicídios de mulheres em Pernambuco e seu objetivo foi compreender e analisar as dinâmicas sociais que produzem este tipo de violência. O objeto do estudo foi o conjunto das situações as mulheres são assassinadas, mas, para isso, foi necessário também observar o conjunto das situações de homicídios de homens, para não tomar como específico aquilo que é comum aos dois grupos populacionais. Para isso, realizou-se análise comparativa para identificar as situações nas ...

  4. Genética em transtornos alimentares: ampliando os horizontes de pesquisa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pinheiro Andréa Poyastro

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Revisar a literatura atual concernente à pesquisa genética em transtornos do comportamento alimentar e discutir questões relevantes ao desenvolvimento de um projeto de pesquisa genética nessa área no Brasil. MÉTODO: A revisão realizada utilizou a base de dados Medline, no período de 1984 a maio de 2005, com os seguintes termos de busca: "anorexia nervosa", "bulimia nervosa", "eating disorders", "binge eating disorder", "family studies", "twin studies", "molecular genetics studies". RESULTADOS: Os dados atuais apontam para uma contribuição relevante dos fatores genéticos na suscetibilidade à anorexia e à bulimia nervosa. A pesquisa genética com populações miscigenadas deve levar em consideração o tamanho da amostra, a densidade de genotipagem e a estratificação populacional. Através de "admixture mapping" é possível estimar a estrutura genética destas populações e localizar genes relacionados à variação étnica de doenças ou traços de interesse. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de uma grande iniciativa de colaboração em genética de transtornos alimentares no Brasil e na América Latina viabilizará estudar os fatores genéticos em transtornos do comportamento alimentar no contexto de grupos inter-étnicos, e integrar uma nova perspectiva biológica à etiologia destes distúrbios.

  5. Depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres em tratamento de câncer de mama

    OpenAIRE

    Santos Júnior, Nilo Coelho

    2011-01-01

    Objetivos: avaliar a prevalência de depressão, ansiedade e qualidade de vida em mulheres encaminhadas para atendimento em ambulatório terciário de mastologia, que são acompanhadas durante o diagnóstico e tratamento de câncer de mama. Métodos: estudo observacional de corte transversal, descritivo, analítico e prospectivo, em 25 mulheres em tratamento para câncer de mama, atendidas no ambulatório de mastologia do Hospital Geral de Palmas, Tocantins, no período entre setembro a dezembro de 2009....

  6. Concepção de corpo em Merleau-Ponty e mulheres mastectomizadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosana Freitas Azevedo

    2010-12-01

    Full Text Available O câncer de mama tem sido o responsável pelos maiores índices de mortalidade no mundo, tornando-se uma das grandes preocupações em saúde, no que diz respeito à saúde da mulher. Em relação à terapêutica, embora existam amplas abordagens de intervenções que possibilitam melhores perspectivas de cura, a mastectomia constitui-se como base de tratamento. Artigo de reflexão filosófica, teve como objeto de estudo mulheres que vivenciaram a mastectomia objetivando refletir a concepção de corpo destas mulheres a partir da obra Fenomenologia da Percepção de Merleau-Ponty e de autores que trabalham com a temática referente à mulher mastectomizada.

  7. Insegurança alimentar em comunidades rurais no Nordeste brasileiro: faz diferença ser quilombola?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Etna Kaliane Pereira da Silva

    Full Text Available Resumo: Este artigo objetivou identificar a prevalência de insegurança alimentar em uma área rural do Nordeste do Brasil e investigar este desfecho de acordo com a residência em comunidades quilombolas e não quilombolas. Foi um estudo transversal com 21 comunidades rurais, sendo nove quilombolas, em 2014, utilizando a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Foram estimadas prevalências e razões de prevalência para insegurança alimentar, e a análise múltipla foi conduzida por regressão de Poisson com variância robusta. A situação de insegurança alimentar foi encontrada em 52,1% das famílias estudadas, sendo 64,9% entre quilombolas e 42% entre as demais. Insegurança alimentar foi associada a ser quilombola (RP = 1,25; ter nível econômico mais baixo (RP = 1,89; 2,98 e 3,22 para os níveis C2, D e E, respectivamente; ser beneficiário do Programa Bolsa Família (RP = 1,52; e ter quatro residentes ou mais no domicílio (RP = 1,20. A prevalência de insegurança alimentar foi elevada em toda a população, no entanto as comunidades quilombolas, apesar de pertencerem à mesma área de abrangência das outras comunidades, apresentaram uma prevalência ainda maior de insegurança alimentar, reforçando a vulnerabilidade dessa população.

  8. Largada pelo marido! O estigma vivido por mulheres em Tianguá-CE

    OpenAIRE

    Moreira, Virginia; Guedes, Dilcio

    2007-01-01

    Este artigo descreve um estudo sobre a vivência de rompimento do casamento de mulheres deixadas por seus maridos. Teve como objetivo compreender como mulheres de Tianguá - CE - Brasil vivenciavam a ruptura da relação, descrevendo os fatores reconhecidos como agentes do rompimento da relação amorosa. A partir da experiência vivida morando em Tianguá, nossa hipótese era que essas mulheres vivenciavam o rompimento como uma experiência estigmatizada de desestruturação de sua vida pessoal. Utiliza...

  9. Mulher, cura e pajelança em Soure (Ilha do Marajó-PA).

    OpenAIRE

    Mayra Cristina Silva Faro; UEPA

    2012-01-01

    Neste trabalho pretendo apresentar alguns resultados de uma pesquisa que vem sendo realizada desde 2009 sobre a pajelança cabocla e as mulheres pajés na cidade de Soure, Ilha do Marajó/PA. Este estudo tem como objetivos analisar práticas e saberes de cura em Soure, e observar o papel da mulher no contexto religioso e simbólico da pajelança. Compreende-se pajelança cabocla como um conjunto de crenças e práticas de cura bastante difundida na Amazônia, em que encontram-se mesclados em graus vari...

  10. Perspectivas feministas africanas e organizações de mulheres em Moçambique

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vera Fátima Gasparetto

    2017-02-01

    Full Text Available CASIMIRO, Isabel. Paz na Terra, Guerra em Casa: feminismos e organizações de mulheres em Moçambique. Série Brasil & África-Coleção Pesquisas 1, Pernambuco: Editora da UFPE: 2014, 376p.

  11. Comportamentos de risco para transtornos alimentares em adolescentes e adultos portadores de diabetes tipo 1

    OpenAIRE

    Milena Gonçalves Lima Cardoso

    2009-01-01

    Introdução - Pacientes portadores de diabetes tipo 1 que manifestam comportamentos de risco para transtornos alimentares (TA) possuem grandes chances de complicações microvasculares e macrovasculares e maiores taxas de mortalidade. Objetivo Avaliar a freqüência de comportamento de risco para TA em adolescentes e adultos portadores de diabetes tipo 1 bem como sua relação com variáveis socioeconômicas, nutricionais, relacionadas ao diabetes e satisfação corporal. Metodologia: Foram aplicados: ...

  12. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

    OpenAIRE

    Uzunian, Laura Giron; Vitalle, Maria Sylvia de Souza

    2015-01-01

    Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com a...

  13. Cuidados alimentares e nutricionais em perturbações do espetro do autismo

    OpenAIRE

    Almeida, Ângela Maria Magalhães

    2015-01-01

    Trabalho Complementar apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de licenciada em Ciências da Nutrição As Perturbações do Espetro do Autismo (PEA) compreendem uma série de distúrbios do desenvolvimento neurológico, sendo que uma adequada intervenção alimentar ou nutricional pode contribuir para minimizar alguns dos comportamentos associados à doença. Com este trabalho, pretendeu-se realizar uma breve revisão da literatura sobre quais os cuida...

  14. Mudanças no consumo alimentar de mulheres do Município do Rio de Janeiro, Brasil, 1995-2005 Changing in dietary intake by women in the Municipality of Rio de Janeiro, Brazil, from 1995 to 2005

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosângela Alves Pereira

    2009-11-01

    Full Text Available Compara-se o consumo alimentar de mulheres de 35 anos e mais investigado em dois estudos transversais de base populacional desenvolvidos no Rio de Janeiro, Brasil, em 1995-1996 (n = 1.014 e 2004-2005 (n = 1.001. Utilizou-se questionário de freqüência do consumo de alimentos para estimar o consumo de alimentos e o índice de massa corporal (IMC = peso/estatura² para avaliar o estado nutricional. A prevalência da obesidade (IMC 30kg/m² aumentou no período de 10 anos (16,6% para 24%. O consumo de diversos alimentos com alta densidade energética sofreu incremento, como: biscoitos salgados, doces, bacon, lingüiça/salsicha e hambúrguer. Outros foram relatados com menor freqüência: manteiga/margarina, maionese, batata frita ou chips, e açúcar. Frutas, leite, feijão, raízes e tubérculos, e carnes tiveram redução do consumo. Mulheres com escolaridade elevada apresentaram maior redução no consumo de frutas e carnes. As mudanças na prevalência da obesidade parecem estar relacionadas com as modificações do consumo de alimentos e dependentes do grau de escolarização.This article compares food intake by women 35 years or older in two population-based cross-sectional studies in Rio de Janeiro, Brazil, in 1995-1996 (n = 1,014 and 2004-2005 (n = 1,001. Food intake was assessed with a food-frequency questionnaire, and nutritional status was defined according to body mass index (BMI = weight/height². Prevalence of obesity (BMI 30kg/m² increased in the ten-year period (16.6% to 24%. Many high energy density (kcal/g foods showed a statistically significant increase in the period, such as crackers, candies, bacon, sausage, and hamburger. Some high energy density items were reported less frequently: butter, mayonnaise, potato chips, and sugar. The intake of fruits, milk, beans, roots and potatoes, and meat decreased in the 10-year period. Women with more education showed a larger reduction in fruit and meat intake and a smaller reduction

  15. Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: um estudo em universitárias Risk factors in the development of eating disorders: study in a group of college women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovanna Medeiros Rataichesck FIATES

    2001-01-01

    Full Text Available Este trabalho buscou identificar, em mulheres universitárias, aquelas que apresentavam fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares. Aplicou-se o questionário Eating Attitudes Test em 221 mulheres (114 estudantes de nutrição e 107 estudantes de outras áreas não relacionadas à saúde. Os resultados indicaram que 22,17% das estudantes apresentaram fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbio alimentar, sendo que no grupo de alunas da nutrição o percentual foi maior (25,43% do que no grupo de estudantes de outros cursos (18,69%. Embora a diferença não tenha sido significativa, as futuras nutricionistas podem estar inseridas em um ambiente mais favorável ao desenvolvimento de distúrbios alimentares.This work studied a group of 221 college women, to identify those who presented risk factors compatible with the development of eating disorders. The Eating Attitudes Test was applied to 221 women (114 nutrition students and 107 students from other areas, unrelated to the health field. Results indicated that 22.17% of the group presented risk factors in the development of an eating disorder. Nutrition students presented a higher percentage (25.43% than the other students (18.69%, but this difference was not significant. However, women who study nutrition may be exposed to an environment more propitious to the development of eating disorders.

  16. Mulheres do Sul Brasil em terapia antirretroviral: perfil e o cotidiano medicamentoso

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Maris de Mello Padoin

    Full Text Available OBJETIVO: descrever o perfil sociodemográfico, comportamental e de tratamento de mulheres em terapia antirretroviral para síndrome da imunodeficiência adquirida. MÉTODOS: estudo descritivo, realizado de julho a dezembro de 2011, em hospital universitário do sul do Brasil, com mulheres maiores de 20 anos que vivem com o HIV; para a coleta de dados, utilizou-se questionário com questões fechadas e abertas. RESULTADOS: foram incluídas 81 mulheres, das quais 30 possuíam idade entre 30 e 39 anos, 51 tinham Ensino Fundamental incompleto e 49, renda familiar menor que dois salários mínimos; para 66 mulheres, a forma de transmissão foi por relação sexual; acerca do tratamento, 77 mulheres sabiam por que precisavam tomar antirretrovirais, 66 não dependiam de alguém para se lembrar de tomá-los e 41 consideravam fácil realizar o tratamento. CONCLUSÃO: sugere-se que os serviços de saúde busquem potencializar, o comportamento de adesão considerando o perfil sociodemográfico, comportamental e de tratamento das mulheres.

  17. Práticas alimentares cotidianas de mulheres obesas moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ, Brasil Daily eating habits of obese women living in Rocinha Shanytown (Rio de Janeiro, RJ, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Alves Ferreira

    2011-06-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta conclusões de uma pesquisa desenvolvida na Ensp/Fiocruz, como parte do curso de mestrado. A pesquisa teve como um dos objetivos investigar as práticas alimentares de mulheres moradoras da Favela da Rocinha (Rio de Janeiro, RJ na perspectiva socioantropológica. Os resultados revelaram que a alimentação do grupo era monótona, com poucas variações do cardápio composto basicamente por arroz, feijão, açúcares e gorduras. Observamos ainda a rejeição aos produtos industrializados e enlatados. Este padrão de consumo alimentar parece se aproximar da cultura alimentar brasileira, revelando a preservação da identidade nacional a partir da alimentação. Dessa forma, há necessidade de superar pressupostos em torno da relação entre consumo alimentar e obesidade, especialmente no que diz respeito à ideia predominante de mudanças na dieta com a incorporação de uma dieta "moderna" ou "ocidental" que permeia grande parte dos estudos no campo da nutrição no Brasil. Nessa direção, sinalizamos a necessidade de resgatar a abordagem multidimensional para os estudos sobre alimentação e nutrição no país. Tal proposta implica a superação de quadros conceituais restritos e a construção de novas agendas de investigação.This article presents conclusions of research conducted at Ensp/Fiocruz, as part of a master's degree course. One of the objectives of the research to investigate the eating habits of women living in the Rocinha Shantytown (Rio de Janeiro, RJ, Brazil from a socio-anthropological perspective. The results revealed that the eating habits of the group were repetitive, with few variations in the menu consisting basically of rice, bean, sugars and fats. We further observed the rejection of industrialized and canned products. This food consumption pattern seems to conform to Brazilian food culture revealing the preservation of the national identity based on feeding habits. Consequently, it is

  18. Imagem corporal e transtornos alimentares em atletas adolescentes: uma revisão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão da literatura sobre os temas "Imagem corporal" e "Transtornos alimentares na população de atletas adolescentes". Foram realizadas buscas eletrônicas nas seguintes bases de dados: "Web of Science", "SciELO", "Scopus", "Pubmed", "Medline", e "Lilacs". Como descritores, utilizaram-se os termos "body image" e "eating disorders", indexados no sistema de Descritores em Ciência da Saúde (DeCs/MeSH, e também os termos associados "body dissatisfaction", "athletes", "adolescence" e "teenager". O período compreendido pelas buscas foi de 2002 a 2012. Os resultados evidenciaram a existência de centenas de investigações sobre os temas na população adolescente, mas foram escolhidas somente as pesquisas no contexto esportivo. Os achados demonstraram algumas controvérsias. De qualquer forma, acredita-se que exista associação entre imagem corporal e transtornos alimentares em atletas, porém é necessário desenvolver pesquisas neste campo para responder a tais dúvidas, por isso são incentivadas pesquisas com estas variáveis.

  19. Fatores associados à osteopenia e osteoporose em mulheres submetidas à densitometria óssea

    OpenAIRE

    Ana Carolina Veiga Silva; Maria Inês da Rosa; Bruna Fernandes; Suéli Lumertz; Rafaela Maria Diniz; Maria Eduarda Fernandes dos Reis Damiani

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de osteopenia e osteoporose em uma população de mulheres que fizeram exames de densitometria em uma clínica especializada no sul do Brasil. Nós conduzimos um estudo transversal, incluindo 1.871 mulheres que se submeteram à densitometria óssea entre janeiro e dezembro de 2012. Foi feita uma análise de regressão logística com todas as variáveis independentes e os desfechos (osteopenia, osteoporose e risco de fraturas). A densitometria óssea f...

  20. Fatores de risco para o câncer de colo do útero em mulheres reclusas

    OpenAIRE

    Anjos, Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos; Ribeiro, Samila Gomes; Lessa, Paula Renata Amorim; Nicolau, Ana Izabel Oliveira; Vasconcelos, Camila Teixeira Moreira; Pinheiro, Ana Karina Bezerra

    2013-01-01

    Objetivou-se identificar os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de colo uterino em mulheres reclusas. Estudo descritivo, de corte transversal, realizado em um instituto penal feminino cearense. A seleção da amostra do estudo ocorreu de acordo com a disponibilidade de presidiárias no momento da coleta, totalizando 36 reclusas. Referente aos riscos para o câncer cervical, 16 mulheres (44,5%) eram tabagistas, 24 (70,5%) já fizeram uso do contraceptivo oral por um tempo médio de 46 ...

  1. Transtornos alimentares e insatisfação com a imagem corporal em bailarinos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Dias Guimarães

    2014-07-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Os transtornos alimentares (TA tornaram-se um problema relevante de saúde pública. Paralelamente a esse fato, observa-se aumento na frequência de problemas associados à percepção da imagem corporal. Esses transtornos alimentares são mais incidentes em praticantes de esportes que preconizam o baixo peso corporal, como o balé clássico. OBJETIVO: Determinar a prevalência de comportamentos de risco de transtornos alimentares e insatisfação com a imagem corporal em bailarinos adolescentes na cidade de São Luís, MA, Brasil. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 30 bailarinos clássicos, não profissionais de ambos os sexos, com idade de 15 a 19 anos. Para avaliação do comportamento de risco de anorexia nervosa, utilizou-se o teste de atitudes alimentares (EAT-26, e para o comportamento de risco de bulimia nervosa, o teste de investigação bulímica de Edimburgo (BITE. A imagem corporal foi avaliada por meio do questionário de imagem corporal (BSQ. RESULTADOS: A prevalência de comportamentos de risco de TA foi de 30,0% para anorexia nervosa, de acordo com o EAT-26 e, segundo a escala de sintomas do BITE, 40,0% apresentaram comportamento de risco de bulimia nervosa. Além disso, o BSQ identificou que 26,7% dos bailarinos estavam insatisfeitos com sua imagem. Analisando o comportamento de risco de TA e a insatisfação com a imagem corporal, por sexo, não houve diferença estatisticamente significante (p > 0,05. CONCLUSÃO: A alta incidência de insatisfação com a imagem corporal associada à grande prevalência de comportamentos de risco de TA encontrada neste estudo ratifica que a prática do balé parece ser um fator primordial para o aumento da suscetibilidade desses bailarinos desenvolverem TA.

  2. Personalidade e coping em pacientes com transtornos alimentares e obesidade Personality and coping in patients with eating disorders and obesity

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Tomaz

    2009-01-01

    Full Text Available Este estudo avalia o uso diferencial de coping e traço de personalidade em pacientes com transtornos alimentares (anorexia, bulimia e TASOE e com obesidade e em população geral. Participam deste estudo 109 indivíduos (60 com diagnóstico de transtorno alimentar ou obesidade e 49 da população geral. Os instrumentos foram uma escala de traços de personalidade, Coping Response Inventory e Escala de Atitudes Alimentares (EAT. Observou-se diferença significativa nas médias de EAT por população demonstrando boa adequação deste instrumento como screening psicopatológico de transtornos alimentares. Ademais indivíduos que apresentam alto índice em neuroticismo e em descarga emocional, ao enfrentar seus problemas, possuem mais atitudes alimentares inadequadas refletidas pelo EAT (R=0.291, p=0.011. Os dados são discutidos através das teorias relacionadas aos cinco grandes traços da personalidade, coping, transtornos alimentares e obesidade.This study assesses the differential use of coping and personality trait of patients with eating disorders (anorexia, bulimia, and Eating Disorders Not Otherwise Specified - EDNOS, obesity as well as in subjects from the general population. 109 subjects participated in the study (60 with eating disorder or obesity diagnostics; 49 from the general population. The instruments were Personality Trait Scale, Coping Response Inventory and Eating Attitudes Scale (EAS. It was observed significant differences on EAS according to the type of population, demonstrating this instrument's adequacy as psychopathological screening for eating disorders. Moreover, individuals presenting high neuroticism and who discharge their emotion to cope with their problems have more inadequate eating attitudes as shown by EAS (R=0.291, p=0.011. These results are discussed through theories related to the Big Five personality traits, coping, eating disorders and obesity.

  3. O corpo da mulher contemporânea em revista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christiane Moura Nascimento

    2012-08-01

    Full Text Available O corpo emergiu como "o mais belo objeto" na contemporaneidade, sob a regência do capitalismo. A sociedade de consumo, do espetáculo, do narcisismo são expressões da cultura contemporânea, que através da mídia influencia os hábitos de consumo e principalmente a subjetividade feminina. O corpo feminino é mostrado frequentemente na televisão e nas revistas femininas, como expressão do corpo-beleza. Para atingir os objetivos propostos neste artigo, que são investigar a influência da mídia na subjetividade feminina e investigar o lugar cultural criado à mulher e a seu corpo na contemporaneidade, foi utilizado o "método investigativo" da psicanálise. Uma revista feminina brasileira e uma propaganda (desta revista de um produto de uso exclusivo das mulheres foram escolhidas como objeto. Na análise, encontrou-se uma forte relação entre mercado consumidor, mulher, e consumo de si, o que demonstrou que o lugar criado à mulher é realmente a mídia, a publicidade e o mercado consumidor.

  4. Desafios na medição quantitativa da ingestão alimentar em estudos populacionais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Antonio dos Anjos

    2009-02-01

    Full Text Available A avaliação da ingestão alimentar em populações é uma medida cada vez mais presente em estudos epidemiológicos para a investigação da relação entre nutrição e doenças crônicas não transmissíveis já que as atuais recomendações indicam a necessidade de se manter uma vida ativa com controle da ingestão alimentar. A medida da ingestão alimentar quantitativa é geralmente feita por meio de recordatório (ou diário alimentar de 24h ou por questionários semiquantitativos de freqüência alimentar. O presente artigo discute os principais fatores que envolvem a obtenção e a análise dessas informações, particularmente no que diz respeito à ingestão energética. Fica evidente a necessidade de aprimorar as condições de obtenção das informações sobre as porções ingeridas, as tabelas de composição química de alimentos e da estimativa do gasto energético para a determinação das recomendações energéticas.

  5. DEFORMIDADES VERTEBRAIS EM MULHERES COM OSTEOPENIA E OSTEOPOROSE EM SÃO LUÍS, MARANHÃO

    OpenAIRE

    FERNANDA RACHEL MELO E VIDIGAL DO Ó

    2007-01-01

    Objetivos: Avaliar a presença de deformidades vertebrais, na coluna lombar, em mulheres com osteopenia/osteoporose, a partir dos 40 anos, em São Luís, Maranhão. Métodos: Estudo prospectivo, transversal, mulheres climatéricas, demanda espontânea, densitometria óssea recente (últimos 12 meses), apresentando osteopenia/osteoporose, realizado no Centro de Densitometria Óssea do Maranhão, São Luís, de março a dezembro, 2006. Foi aplicado questionário, e as pacientes submetidas à rad...

  6. Enxaqueca e Estresse em Mulheres no Contexto da Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Leonetti Correia

    Full Text Available O presente estudo teve por objetivo verificar a associação entre enxaqueca e estresse em mulheres, assim como examinar o melhor modelo de predição da enxaqueca, considerando variáveis pessoais e do contexto ambiental. A enxaqueca foi identificada pelo Teste de Cefaleia em 75 mulheres sem antecedentes psiquiátricos. O estresse foi avaliado por meio do Inventário de Sintomas de Stress para adultos. Paralelamente, foram avaliados: eventos vitais, nível socioeconômico e características da amostra. Verificou-se que 55% das mulheres apresentaram enxaqueca e 59% sintomas de estresse. O modelo de predição identificou que o estresse foi o único preditor da enxaqueca em mulheres. Os achados mostram associação entre enxaqueca e estresse, a qual precisa ser levada em conta na assistência à saúde da mulher.

  7. Alocação de tempo em trabalho pelas mulheres brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vívian dos Santos Queiroz

    2015-12-01

    Full Text Available Resumo Este artigo investiga a alocação de horas de trabalho pelas mulheres brasileiras usando dados da PNAD de 2011. Para tanto, são utilizadas duas estratégias empíricas: modelos heckit e double hurdle, que permitem a estimação conjunta da participação da mulher na força de trabalho e quantidade de horas de trabalho. Os principais resultados indicam que o ciclo de vida, como casamento, maternidade e construção da família reduzem a oferta de trabalho das mulheres. Entretanto, a educação, condição de chefe de família e acesso a creches colaboram para aumentar a inserção feminina no mercado de trabalho. Já a renda do esposo apresenta efeito negativo sobre a decisão de trabalho da mulher. Portanto, para estimular a entrada das mulheres no mercado de trabalho, as políticas públicas devem ser formuladas visando aumentar o investimento em educação da mulher e ampliar a oferta de creches como forma de dar suporte ao cuidado das crianças na primeira infância.

  8. Plantando, colhendo, vendendo, mas não comendo: práticas alimentares e de trabalho associadas à obesidade em agricultores familiares do Bonfim, Petrópolis, RJ

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Eliza Port Lourenço

    Full Text Available OBJETIVO: verificar a prevalência de obesidade entre adultos das 86 famílias agricultoras de um bairro de Petrópolis, RJ, e analisar seus determinantes socioculturais. MÉTODOS: estudo quantitativo e qualitativo sobre nutrição, práticas alimentares e de trabalho realizado em 2008. Dados antropométricos foram coletados por inquérito nutricional domiciliar e o material qualitativo por observação participante e entrevistas. RESULTADOS: a prevalência de obesidade foi baixa (9,3% entre os homens, mas bastante elevada entre as mulheres (29,9%. A prática agrícola local implica em atividade física leve para mulheres e intensa para homens. Essa diferença não é acompanhada na dieta, semelhante para homens e mulheres, com predomínio de alimentos de alto valor calórico. A produção familiar objetiva essencialmente a venda. A agricultura mercantil e a decorrente especialização dos cultivos favorecem comprar alimentos no mercado em vez de produzir para autoconsumo. CONCLUSÃO: os aspectos socioculturais e ocupacionais estudados podem ter contribuído para elevar a prevalência de obesidade nas mulheres e podem ser úteis no estudo de outros grupos com características semelhantes. Esta pesquisa ratifica a importância de estudar a obesidade em nível local, integrando abordagens quantitativas e qualitativas para identificar possíveis limitações e portas de entrada para ações de intervenção localmente relevantes.

  9. Caracterização da neofobia alimentar em crianças de três a seis anos

    OpenAIRE

    Medeiros, Rodrigo Tavares Pinheiro de

    2008-01-01

    A alimentação é essencial para a vida. Para os onívoros, que necessitam de uma dieta variada para conseguir suprir suas necessidades nutricionais, é extremamente vantajoso incluir novos itens à dieta. Contudo, ingerir alimentos desconhecidos pode ser perigoso, em razão da possibilidade de intoxicação. Neste sentido, um dos comportamentos que auxiliam na redução dos riscos decorrentes da ingestão de itens alimentares desconhecidos é a neofobia alimentar, caracterizada pelo ato de recusar ou in...

  10. Relationship between binge-eating episodes and self-perception of body weight in a nonclinical sample of five Brazilian cities Relação entre episódios de compulsão alimentar e autopercepção do peso corporal em uma amostra não-clínica em cinco cidades brasileiras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Kamile S Siqueira

    2005-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To investigate the relationship between binge-eating episodes and a perception that body weight is above the ideal in a sample of customers interviewed at shopping malls in five Brazilian cities. METHODS: In 1999, data were collected over the course of one week (Monday-Friday only at the largest shopping malls in the cities of Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Goiânia and Curitiba (two malls per city. A total of 2855 participants (917 men and 1938 women were interviewed. Weight and height measurements were standardized. Binge-eating episodes were identified using a questionnaire including the following questions based on DSM-IV diagnostic criteria: "Have you ever eaten, in a period of two hours or less, an amount of food greater than that most people would eat?" and "If the answer was "yes", did you, during these episodes, feel unable to stop eating or to control how much you were eating?". RESULTS: The prevalence of binge-eating episodes was higher among overweight subjects (15.6% compared with normal-weight subjects (9.9% (p = 0.0001 and, among subjects who perceived their body weight to be above the ideal (men: 13.9%; women: 15.1% compared with those who perceived their body weight to be ideal or below the ideal (men: 8%; women: 7% (p OBJETIVO: Investigar a relação entre percepção de peso corporal acima do ideal e episódios de compulsão alimentar em uma amostra de usuários de shopping centers de cinco cidades brasileiras. MÉTODOS: Centrais de atendimento foram montadas nos dois maiores shopping centers de cinco cidades: Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Goiânia e Curitiba, durante cinco dias do ano de 1999, de segunda a sexta-feira, com a participação de 2.855 indivíduos (917 homens e 1.938 mulheres. O peso corporal e a altura foram medidos de forma padronizada. Os episódios de compulsão alimentar foram avaliados através de um questionário que incluía as seguintes questões: "Você já comeu em duas horas ou

  11. Avaliação das alterações de hábitos alimentares e de higiene bucal de gestantes atendidas no HU-UFSC, em Florianópolis

    OpenAIRE

    Ribeiro, Dayane Machado

    2003-01-01

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia A gravidez é um estado fisiológico em que várias alterações hormonais e de comportamento ocorrem no organismo da mulher, a fim de adaptar o seu corpo a esta nova condição. A ação das alterações de hábitos alimentares e de higiene bucal sobre a saúde bucal da gestante é ainda pouco discutido. Por esta razão, este estudo procurou avaliar as alterações de hábi...

  12. Mulheres em cooperativas rurais virtuais: reflexões sobre gênero e subjetividade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    Full Text Available Este artigo busca apresentar uma reflexão sobre gênero e subjetividade, a partir da participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais localizadas em municípios da região sul de Santa Catarina. Conforme define a literatura estudada, tal modelo de cooperativa se diferencia do modelo tradicional, pois, entre outros aspectos, não possui sede fixa, reúne um grupo de 20 a 30 agricultores e movimenta uma grande variedade de produtos em pequenas quantidades. Trata-se de uma análise ampliada com base em dados coletados em pesquisa desenvolvida no período de 2011-2012 (PIBIC-UNESC/CNPq. A pesquisa foi qualitativa e os dados foram obtidos por meio da entrevista semiestruturada. Foram entrevistadas dez mulheres, com idades entre 36 e 54 anos, participantes de três cooperativas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas de acordo com procedimentos da análise de conteúdo. Os resultados e discussão apresentam o processo de formação das cooperativas, a participação e os produtos comercializados pelas cooperadas; além de discorrer sobre a participação de mulheres em cooperativas rurais virtuais, a visibilidade social e o reconhecimento do trabalho feminino. Em grande medida, foi possível verificar que a participação de mulheres em cooperativas possibilitou benefícios não apenas financeiros, pela comercialização da produção, mas também reconhecimento social e subjetivo.

  13. Abordagem sobre trabalho artesanal em histórias de vida de mulheres

    OpenAIRE

    Silva,Márcia Alves da

    2015-01-01

    Este texto refere-se a um projeto de pesquisa em andamento, que busca investigar o processo de construção dos sentidos do trabalho feminino e sua relação com a categorização de gênero a partir das histórias de vida de mulheres artesãs e da produção artesanal produzida por cada participante. Um grupo participante é formado por mulheres artesãs pertencentes a uma cooperativa de arte e artesanato popular e o outro por discentes de ...

  14. Abordagem sobre trabalho artesanal em histórias de vida de mulheres

    OpenAIRE

    Silva, Márcia Alves da

    2015-01-01

    Este texto refere-se a um projeto de pesquisa em andamento, que busca investigar o processo de construção dos sentidos do trabalho feminino e sua relação com a categorização de gênero a partir das histórias de vida de mulheres artesãs e da produção artesanal produzida por cada participante. Um grupo participante é formado por mulheres artesãs pertencentes a uma cooperativa de arte e artesanato popular e o outro por discentes de cursos de licenciaturas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel...

  15. Violência conjugal : estudo sobre a permanência da mulher em relacionamentos abusivos

    OpenAIRE

    Marques, Tania Mendonça

    2005-01-01

    Este trabalho foi desenvolvido em duas fases. A primeira teve como objetivo caracterizar as mulheres que sofrem violência conjugal e seus parceiros agressores e determinar a prevalência das diferentes queixas, tipos de violência e incidência penal. Para cumprir a primeira etapa, foi realizado um levantamento nos arquivos da Delegacia da Mulher Adida ao Juizado Especial Criminal e do Juizado Especial Criminal de Uberlândia. Foram examinados 876 registros encontrados nos Boletins de Ocorrênc...

  16. A vida enquanto figura e o envelhecimento enquanto fundo desejo, erotismo e sexualidade em mulheres maduras

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirela Berger

    2012-12-01

    Full Text Available O artigo é parte de minha pesquisa de pós-doutorado sobre sexualidade em mulheres idosas. O objetivo central é pensar o seguinte nó teórico: por um lado, a sexualidade tem sido alardeada como fundamental para um bom envelhecimento, por outro, torna-se um discurso normativo que associa “velhice saudável” com sexualidade, o que, além de criar a imagem de uma “idosa ideal” – aquela que tem vida sexual ativa – responsabiliza e culpabiliza as mulheres que não aderem a este modelo.

  17. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares e traços perfeccionistas em atletas de atletismo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    Full Text Available Resumo O objetivo do estudo foi analisar a influência do perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares de atletas adolescentes do sexo feminino da modalidade atletismo. Fizeram parte do estudo 52 atletas da modalidade de atletismo de clubes da cidade de São Paulo/SP com idade entre 12 e 17 anos. Utilizaram-se as subescalas do Eating Attitudes Test (EAT-26 e a Multidimensional Perfectionism Scale (MPS para avaliar os comportamentos de risco para os transtornos alimentares e os traços perfeccionistas, respectivamente. Conduziu-se a regressão linear múltipla stepwise para analisar a influência dos perfeccionismo nos comportamentos de risco para os transtornos alimentares. Os resultados indicaram influência da MPS nos escores das subescalas Dieta (F(1, 44 = 5,74; p = 0,05 e Autocontrole Oral (F(1, 44 = 6,13; p = 0,04 do EAT-26. No entanto, não foi evidenciado impacto da MPS nos escores da subescala Bulimia e Preocupação com 0 Alimenta (F(1, 44 = 1,26; p = 0,22. Assim, em razão da investigação apresentar delineamento transversal, pressupõe-se que as atletas de atletismo com traços perfeccionistas podem estar mais susceptíveis para a restrição alimentar e a influência ambiental para a ingesta alimentar.

  18. Avaliação da lista de alimentos e porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar em população adulta Assessment of the food list and serving size of a Food Frequency Questionnaire in an adult population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luciana Yuki Tomita

    2002-12-01

    Full Text Available O presente estudo avaliou a adequação da lista de alimentos e das porções alimentares de Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA, entre os participantes de um estudo de casos e controles na cidade de São Paulo, Brasil. O QQFA foi aplicado juntamente com um inquérito recordatório de consumo alimentar de 24 horas (IR24, em amostra aleatória de 200 indivíduos (101 homens, 99 mulheres; idade entre 35 e 69 anos. O tamanho das porções alimentares do QQFA foi classificado em pequeno (P, médio (M e grande (G de acordo com distribuição porcentual dos pesos correspondentes às medidas caseiras referidas no IR24 (percentis 25, 50 e 75, respectivamente. A lista de alimentos do QQFA foi analisada segundo a contribuição porcentual de cada item alimentar em relação ao consumo total de nutrientes estimado pelo IR24. Não houve diferença estatisticamente significante entre as médias de consumo estimadas pelo QQFA e pelo IR24 para gordura total, ácidos graxos saturados, colesterol, fibra total, vitamina B6 e folato (teste t pareado; pThis study examined both the food list and portion size values from a Food Frequency Questionnaire (FFQ among participants in a case-control study in São Paulo, Brazil. Two hundred adult respondents to a case-control study were randomly selected (101 men and 99 women; age range: 35-69 years. FFQ food items were examined on the basis of their contribution to total population nutrient intake estimated by 24-hour dietary recall (1-DR. We examined the frequency distribution of equivalent-gram weights of each selected food from the 1-DR and identified the portion sizes as small, medium, and large in the distribution (percentiles 25, 50, and 75, respectively. The FFQ provided close estimation of total fat, saturated fatty acids, cholesterol, total fiber, vitamin B6, and folic acid compared to the 1-DR (paired t-test; p < 0.05. The FFQ food list covered the study population's main dietary nutrient

  19. Uma realidade em preto e branco: as mulheres vítimas de violência doméstica

    OpenAIRE

    Silva, Carla da

    2011-01-01

    Uma realidade em preto e branco: as mulheres vítimas de violência doméstica, tem por objetivo analisar e compreender a repercussão das ações desenvolvidas nos serviços de atenção ONG SOS Ação Mulher e Família e Centro de Referência e Apoio à Mulher CEAMO, na dinâmica de vida da mulher vítima de violência doméstica. Pelos capítulos, traçou-se um breve histórico sobre a história das mulheres na sociedade patriarcal, foram delineados conceitos e a questão da violência doméstica contra a mulher...

  20. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Velásquez-Meléndez

    1997-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p < 0,001; b não houve diferenças significativas no consumo de vitamina A e de vitamina C entre os sexos; c a população de idosos apresentou menor consumo de vitaminas e minerais e não houve diferenças associadas à idade com relação ao consumo de vitamina C; d a dieta habitual, dessa população, apresenta-se inadequada e com baixa densidade nutricional em vitamina A e cálcio.

  1. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Velásquez-Meléndez Gustavo

    1997-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p < 0,001; b não houve diferenças significativas no consumo de vitamina A e de vitamina C entre os sexos; c a população de idosos apresentou menor consumo de vitaminas e minerais e não houve diferenças associadas à idade com relação ao consumo de vitamina C; d a dieta habitual, dessa população, apresenta-se inadequada e com baixa densidade nutricional em vitamina A e cálcio.

  2. Experiências de parentalidade como fatores geradores de sofrimento em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabíola Langaro

    2015-08-01

    Full Text Available Durante o trabalho realizado por meio de um Projeto de Extensão em Saúde Mental na Grande Florianópolis, percebeu-se que o relato de sofrimento das mulheres participantes estava relacionado às suas ex periências de maternidade e paternidade. A partir desta problemática, foi realizada uma pesquisa com o objetivo de compreender de que forma as experiências de parentalidade estavam se constituindo em fatores geradores de sofrimento naquelas mulheres. Para tanto, realizaram-se cinco entrevistas individuais e um grupo focal. Os dados coletados foram discutidos em quatro categorias de análise, tendo sido destacado que o sofrimento das participantes estava relacionado principalmente à vivência da parentalidade a partir de modelos tradicionais de gênero, caracterizados pela centralidade do perfil de mãe; às diferenças na responsabilidade pela educação dos filhos/filhas, assumida por homens e mulheres; à idade dos filhos/filhas e, finalmente, à vivência de dúvidas e incertezas que nem sempre podem ser mediadas em seu cotidiano.

  3. Idade pulmonar em mulheres com obesidade mórbida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fabiana Sobral Peixoto-Souza

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a influência da obesidade mórbida na idade pulmonar de mulheres e correlacionar com a massa corporal, índice de massa corporal (IMC e variáveis ventilatórias. MÉTODOS: Estudo longitudinal realizado com 72 obesas mórbidas e grupo controle constituído de mulheres eutróficas. As voluntárias realizaram um teste de função pulmonar para determinação da idade pulmonar e os resultados foram correlacionados com as variáveis antropométricas e volumes pulmonares. RESULTADOS: As obesas mórbidas apresentaram uma idade pulmonar significativamente superior (50,1 ± 6,8 anos às eutróficas (38,8 ± 11,4 anos. Não houve diferença entre a idade cronológica entre os grupos. Houve uma correlação significativa e positiva entre idade cronológica, massa corporal e IMC com a idade pulmonar (r = 0,3647, 0,4182, 0,3743, respectivamente. Houve uma correlação negativa entre a capacidade vital forçada (CVF, volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1, razão (VEF1/CVF e volume de reserva expiratório (VRE com a idade pulmonar (r = -0.7565, -0.8769, -0.2723, -0.2417, respectivamente. CONCLUSÃO: A idade pulmonar das obesas mórbidas encontra-se aumentada e está associada com o aumento da massa corporal e IMC.

  4. Padrões alimentares em mudança: a cozinha italiana no interior paulista

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Arlanch Martins de Oliveira

    2006-06-01

    Full Text Available Este artigo analisa como, com a chegada do imigrante italiano ao interior de São Paulo quando da grande imigração que se deu a partir de meados da década de 1880, teve início uma troca de hábitos alimentares, tanto em meio a esses imigrantes como na sociedade hospedeira. Para tanto, restringimos nosso estudo à cidade de Jaú, uma vez que esse município, no período em questão, recebeu um representativo fluxo de imigrantes italianos.This article analyses how, with the arrival of the Italian Immigrant in the interior of São Paulo State, by the time of the great immigration that took place from the mid 1880 decade on, it started an exchange of eating habits, of these immigrants as well as of the host society. Therefore, we limited our study within Jaú city, since this municipal district, at that time, had received a representative flow of Italian immigrants.

  5. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.

  6. Obesidade em mulheres brasileiras: associação com paridade e nível socioeconômico

    OpenAIRE

    Regicely Aline Brandão Ferreira; Maria Helena D'Aquino Benicio

    2015-01-01

    OBJETIVO: Determinar a influência da história reprodutiva sobre a prevalência de obesidade em mulheres brasileiras e o possível efeito modificador de variáveis socioeconômicas sobre a associação entre paridade e excesso de peso. MÉTODOS: Neste estudo retrospectivo, foram analisados os dados de 11 961 mulheres de 20 a 49 anos que participaram da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde 2006, inquérito que utilizou amostragem complexa representativa de mulheres em idade reprodutiva. A associação...

  7. Desempenho alimentar e sobrevivência de Euschistus heros parasitado por Hexacladia smithii em sementes de soja

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nunes Maria Clarice

    2002-01-01

    Full Text Available Avaliou-se, em laboratório, a influência do parasitóide Hexacladia smithii Ashmead (Hymenoptera: Encyrtidae na atividade alimentar e sobrevivência de Euschistus heros (Fabricius (Hemiptera: Pentatomidae, aos 10, 20, 30 e 40 dias após o início do parasitismo. A atividade alimentar foi avaliada pelo número de bainhas constatadas nas sementes de soja, Glycine max (L. Merrill (Fabaceae, em 48 horas de alimentação. O teste foi mantido sob condições controladas de temperatura (25±2°C, umidade (65±10% e fotoperíodo (14L:10E. No início do desenvolvimento de H. smithii a atividade alimentar dos percevejos não-parasitados e parasitados foi semelhante, obtendo-se, entretanto, duas vezes mais bainhas alimentares depositadas/grão pelos machos e fêmeas, após 30 dias de parasitismo. A sobrevivência dos percevejos parasitados foi menor que a dos percevejos não-parasitados, alcançando 100% de mortalidade 40 a 50 dias após o início do parasitismo. A redução na sobrevivência dos percevejos parasitados por H. smithii e a atividade alimentar, semelhante a dos percevejos não-parasitados durante quase todo o período de desenvolvimento do parasitóide, destacam a contribuição desse parasitismo na redução da população do percevejo-marrom E. heros.

  8. Avaliação da qualidade de vida em mulheres com cancro da mama: Estudo exploratório com 55 mulheres angolanas

    OpenAIRE

    Duarte, Ilda da Conceição Afonso Sebastião

    2013-01-01

    Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde apresentada ao ISPA - Instituto Universitário Objetivo: Avaliar a QDV das mulheres angolanas, diagnosticadas com cancro da mama, tratadas no Centro Nacional de Oncologia (CNO)/Luanda e identificar o papel das variáveis sociodemográficas e clínicas, uma vez que as causas da observância desproporcional da morbimortalidade entre mulheres brancas e negras com essa doença, ainda não estão bem definidas, e as desvantagens apontadas na li...

  9. Educação alimentar e nutricional em escolares: uma revisão de literatura

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flavia Pascoal Ramos

    2013-11-01

    Full Text Available A educação alimentar e nutricional é vista como uma estratégia para promoção de hábitos alimentares saudáveis e acredita-se que a escola seja um espaço apropriado para desenvolver essas ações. Objetivou-se descrever e analisar o panorama da publicação científica sobre estudos de intervenção no campo da educação alimentar e nutricional em escolares no Brasil. Realizou-se uma revisão de literatura na qual foram selecionados artigos publicados entre 2000 e 2011. Observou-se que, apesar da relevância do tema, há um baixo número de publicações na área e que a maior parte foi publicada a partir de 2009. Os resultados apontados foram melhora no conhecimento em nutrição e nas opções alimentares. Entretanto, a maioria dos estudos que realizou avaliação antropométrica não encontrou mudanças no estado nutricional. Soma-se que os estudos optaram por metodologias baseadas nos estudos epidemiológicos de intervenção, indicando a necessidade de intervenções baseadas em metodologias inovadoras de educação em saúde, bem como modelos de pesquisa que correspondam aos objetos de estudo.

  10. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Walter Fonseca

    1996-02-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  11. Determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas em hospitais em localidade da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Walter

    1996-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar os determinantes do aborto provocado entre mulheres admitidas por complicações decorrentes dos abortos, nos hospitais-maternidades públicos em Fortaleza, CE (Brasil foram entrevistadas 4.359 pacientes entre 1º de outubro de 1992 e 30 de setembro de 1993. Os dados foram coletados através de questionário estruturado. São apresentados os determinantes dos abortos provocados em 2.084 (48% mulheres classificadas como tendo induzido aborto. Dois terços (66% das mulheres relataram a indução do aborto com o uso isolado do Cytotec(R (misoprostol ou associado a outro meio abortivo. Os resultados indicam que, na população estudada, a indução do aborto é prática comum entre jovens, solteiras (ou que vivem sem um parceiro estável, de baixa paridade, com escolaridade incipiente e não-usuárias de métodos contraceptivos. Recomenda-se a realização de estudos que investiguem os conhecimentos relacionados a percepções, conceitos culturais do aborto, e às razões por que mulheres pobres fracassam na adoção de métodos de planejamento familiar.

  12. COZINHA TERENA: NOVAS PRÁTICAS ALIMENTARES EM TEMPOS DE MUDANÇA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Everton Ferreira Lemos

    2014-12-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo identificar aspectos da cozinha terena, analisando a composição da dieta, as práticas alimentares e recomendações gerais em situações específicas da vida, como o puerpério e presença de doenças. O estudo foi de abordagem qualitativa com indivíduos terena, identificados como informantes-chave nas questões da comida e cozinha e residentes na Terra Indígena Buriti, Mato Grosso do Sul, Brasil. Os relatos evidenciaram significativas mudanças nas práticas alimentares, com destaque para as mudanças ocorridas na obtenção e plantio dos próprios alimentos, a introdução de alimentos industrializados e as preocupações com os resultados oriundos dos novos hábitos. A limitação da área disponível, a degradação ambiental e a presença de alimentos fornecidos na cesta básica foram indicadas como elementos que contribuem para alterações da dieta terena. A permanência da cozinha de taquarussu, o fogão a lenha, a conservação das carnes pela desidratação, os alimentos disponíveis no fogão, o local das refeições, a família reunida, os utensílios e as receitas transmitidas oralmente são elementos repletos de valores simbólicos da cultura terena. Novos estudos são necessários para aprofundamento de elementos aqui identificados e abordados como pequenos fragmentos da realidade, necessitando de maior discussão teórica sobre a rica experiência terena em contexto de mudança.

  13. MAUS HÁBITOS ALIMENTARES DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS PÚBLICAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fábio Henrique Silva Sales

    2014-08-01

    Full Text Available O presente trabalho objetivou avaliar aspectos da alimentação dos estudantes de escolas públicas e identificar os agentes que contribuem para a gênese e permanência dos maus hábitos alimentares. Participaram da pesquisa 610 estudantes, com idades entre 15 e 19 anos, de ambos os sexos. O estudo do tipo analítico e quantitativo foi realizado por meio da aplicação de um questionário aos alunos de três escolas da rede pública na cidade de São Luís do Maranhão em 2008, que abordou os seguintes pontos: hábitos alimentares, estilo de vida, alimentos oferecidos nas lanchonetes das escolas, patologias manifestadas e participação em palestras sobre nutrição e alimentação oferecidas pelas instituições de ensino. Os dados levantados apresentaram um quadro preocupante sobre a alimentação dos estudantes entrevistados. Observou-se a escassez de palestras e intervenções de cunho educativo sobre alimentação saudável no ambiente escolar. Essa ausência de informação coopera para a continuidade de práticas alimentares inadequadas. Além disso, segundo os alunos as lanchonetes ofertam alimentos ricos em açucares, óleos e gorduras, os chamados fast food, consumidos por eles diariamente. Outra prática comum entre os adolescentes e que também foi relatada pelos entrevistados é a substituição das refeições por esses lanches rápidos, maus hábitos alimentares associados diretamente ao surgimento de patologias,como obesidade e sobrepeso.

  14. Consumo alimentar de frutos do cerrado, fontes de vitamina A, por moradoras de comunidades das cidades satélites do Distrito Federal

    OpenAIRE

    Pinto, Paula Cristina Rodrigues

    2006-01-01

    INTRODUÇÃO - Com base na relevância do estudo sobre frutos do Cerrado como fontes de vitamina A,o trabalho visa uma descrição do consumo alimentar desses frutos, as formas de utilizá-los como fonte alimentar, o acesso a eles e possíveis motivos culturais que impeçam seu consumo por mulheres que participaram de cursos de artesanato oferecidos em Cidades Satélites do Distrito Federal. MÉTODOS - Esta é uma análise descritiva do consumo alimentar das frutas do Cerrado pelas participantes de curso...

  15. Conhecimento dos cirurgiões dentistas sobre manifestações orais em pacientes portadores de transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nathalia Luersen Maciel

    2017-08-01

    Full Text Available Os transtornos alimentares podem repercutir nos dentes e nos tecidos bucais. O tratamento destes transtornos demanda de uma abordagem interdisciplinar e o cirurgião-dentista representa um importante papel na equipe multiprofissional. O objetivo deste estudo foi verificar e analisar o conhecimento dos cirurgiões-dentistas a respeito da Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa e suas manifestações orais. A pesquisa, de natureza quantitativa transversal, foi realizada através da aplicação de questionários a 100 cirurgiões-dentistas do Centro de Estudos Odontológicos CEOM, da Escola de Odontologia IMED e da Iodontus Odontologia. Como resultados, 81% dos profissionais entrevistados realizam atividades educativo-preventivas, 94% relataram que possuíam pouco conhecimento a respeito da Anorexia Nervosa e da Bulimia Nervosa, 95% acreditam na importância do diagnóstico de transtornos alimentares e 57% já teve contato “algumas vezes” com pacientes portadores de transtornos alimentares. Segundos os cirurgiões-dentistas, as principais alterações relatadas foram erosão dentária, sensibilidade, úlceras e eritema de palato e gengiva. Conclui-se, dessa forma, que muitas vezes como primeiros profissionais da saúde a diagnosticar estes distúrbios, os cirurgiões-dentistas ainda necessitam obter um maior conhecimento em relação aos transtornos alimentares e suas manifestações orais, a fim de estarem aptos a realizar um correto diagnóstico e ter sucesso no tratamento odontológico dos pacientes portadores de transtornos alimentares.

  16. Familiares de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares: participação em atendimento grupal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Vilela e Souza

    Full Text Available O discurso biomédico com foco no diagnóstico frequentemente tem sido utilizado como recurso exclusivo para informar a assistência aos familiares de pessoas diagnosticadas com anorexia nervosa e bulimia nervosa. Este estudo buscou compreender como essas famílias constroem justificativas para participação em um grupo de apoio no contexto de tratamento dos transtornos alimentares. Uma sessão desse grupo, que abordava a temática de nosso interesse, foi analisada com apoio do discurso construcionista social. A análise empreendida destacou os sentidos coproduzidos sobre a ausência de alguns familiares no grupo, a diminuição de frequência de participação dos pais, a função desse grupo no tratamento, a periodicidade ideal de participação da família e a possibilidade de familiares e coordenadores do grupo coconstruírem o espaço conversacional.

  17. Hábitos alimentares de serpentes em Espigão do Oeste, Rondônia, Brasil

    OpenAIRE

    Bernarde,Paulo Sérgio; Abe,Augusto Shinya

    2010-01-01

    O presente estudo teve como objetivo estudar os hábitos alimentares das serpentes em Espigão do Oeste, Rondônia (Sudoeste da Amazônia), Brasil. As serpentes foram registradas através de procura limitada por tempo, armadilhas de interceptação e queda, coleta por terceiros e encontros ocasionais. As serpentes coletadas tiveram o conteúdo estomacal e intestinal examinados. Em 89 espécimes pertencentes a 31 espécies de serpentes foram registradas informações sobre alimentação. Dos 114 itens regis...

  18. A violência na vida de mulheres em situação de rua na cidade de São Paulo, Brasil

    OpenAIRE

    Rosa, Anderson da Silva; Brêtas, Ana Cristina Passarella

    2015-01-01

    Esta cartografia objetivou trazer à reflexão situações de violência na vida de mulheres em condição de rua na cidade de São Paulo, Brasil. Durante o trabalho de campo, o pesquisador interagiu com cerca de cem mulheres em situação de rua, sendo as percepções registradas em diário de campo. Posteriormente, 22 mulheres foram entrevistadas em um albergue. Depreendemos, dos resultados, que a situação de rua para as mulheres foi relacionada a: violências sofridas no contexto doméstico e familiar, a...

  19. Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isadora Borne Ferreira

    2015-06-01

    Full Text Available Objetivo Identificar o estado nutricional e hábitos alimentares de pacientes masculinos em recuperação de dependência química em acompanhamento ambulatorial de uma unidade de adição. Métodos Estudo transversal com 25 pacientes adultos em tratamento ambulatorial para dependência química. Foram aferidos parâmetros antropométricos (peso, estatura, circunferência da cintura e índice de massa corporal e de composição corporal (bioimpedância elétrica, e foram investigados hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar – QFA. As variáveis categóricas são apresentadas como frequências e percentuais e as variáveis contínuas, como média e desvio-padrão ou como mediana e intervalo interquartil. Resultados Observou-se índice de massa corporal médio de 27,73 ± 4,15 kg/m2, com prevalência de sobrepeso de 80% e obesidade de 8%. A média da circunferência da cintura foi de 96,60 ± 9,84 cm e a de percentual de gordura corporal, de 23,24 ± 6,44. A maior parte da amostra estudada [20 (80%] refere realizar quatro ou mais refeições por dia e 72% referiram aumento do consumo alimentar no período de abstinência. A preferência por alimentos específicos no período de abstinência foi relatada por 12 (48% pacientes. Em relação ao consumo de alimentos ultraprocessados, destaca-se o consumo diário de pão francês (68%, pães brancos de forma (16%, sucos artificiais (48%, refrigerantes (32%, queijo amarelo (36%, embutidos com alto teor de gordura (36% e balas e chicletes (32%. Conclusão Os resultados mostram prevalência elevada de sobrepeso e obesidade, além de medida de circunferência da cintura alterada, relato de aumento da ingestão alimentar e consumo diário e semanal elevado de alimentos ultraprocessados.

  20. Transformaciones alimentarias en Puerto Vallarta, México Mudancas alimentares em Puerto Vallarta, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Ávila

    2009-12-01

    Full Text Available Puerto Vallarta está situada na costa meridional do Pacífico mexicano, destino turístico considerado de grande prestígio. Além disso, é também reconhecida pela sua qualidade de sua cozinha, vista como gourmet. Entretanto, a alta gastronomia é apenas uma parte da vasta diversidade de culinárias que se oferecem nessa cidade-porto, um resultado das profundas mudanças sociais ali transcorridas nas últimas três décadas. O texto oferece uma breve explanação da introdução e evolução de alguns usos alimentares em Puerto Vallarta, expondo também uma articulação com o contexto local, analisando o abastecimento, a composição alimentar e seus ritmos. Nesse sentido, questiona-se a existência de um modelo alimentar local justaposto às fortes influências exógenas e que teria poucos vínculos com uma possível identidade cultural da população local.Puerto Vallarta, located on the Mexican Pacific coast, is now a prestigious tourist destination. It is also considered a venue for gourmet cooks, due to the elaborate variety of gastronomy available. Nevertheless, what meets the eye is only part of a motley crowd of culinary possibilities that emerge simultaneously in this port, which in turn are the result of the giddy social change of the last three decades. The following text gives a brief explanation of the historic evolution of Puerto Vallarta regarding the introduction of different culinary traditions; it explores the perceptions of local inhabitants of these gastronomic innovations; these perceptions are duly related to a supposed local cultural ethos; and finally it proposes that the juxtaposition of what is on offer gastronomically is an extension of certain ‘food models’ and the development of a new socio-cultural identity.Situado en la costa meridional del Pacífico mexicano, Puerto Vallarta es un sitio turístico prestigiado, y es también considerado un destino de cocina gourmet. Sin embargo, la alta gastronomía es s

  1. Caracterização antropométrica e consumo alimentar em atletas de remo

    OpenAIRE

    Martins, Margarida; Rocha, Ada

    2010-01-01

    Objectivos: Avaliar a composição corporal e caracterizar o consumo alimentar numa amostra de remadoresportugueses.Material e métodos: Um estudo descritivo transversal foi desenvolvido com a participação de 25 atletasde remo. Para caracterizar o consumo alimentar recorreu-se à aplicação indirecta de um Questionáriosemi-quantitativo de Frequência Alimentar. Para a avaliação da composição corporal foram utilizadosmétodos indirectos: a bioimpedância eléctrica e as pregas cutâneas para medição da ...

  2. Modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2016-01-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo foi construir um modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiros do sexo feminino. Participaram 1.358 adolescentes de quatro cidades. Foram avaliados os comportamentos de risco para os transtornos alimentares, insatisfação corporal, pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, sintomas depressivos e perfeccionismo por intermédio de escalas psicométricas. Peso, estatura e dobras cutâneas foram aferidos para calcular o índice de massa corporal (IMC e o percentual de gordura (%G. O modelo de equação estrutural explanou 76% da variância dos comportamento de risco (F(9, 1.351 = 74,50; p = 0,001. Os achados indicaram que a insatisfação corporal mediou a relação entre as pressões midiáticas, autoestima, estado de humor, IMC, %G e os comportamentos de risco (F(9, 1.351 = 59,89; p = 0,001. Vale destacar que embora os sintomas depressivos não tenham se relacionado com a insatisfação corporal, o modelo indicou relação direta com os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (F(2, 1.356 = 23,98; p = 0,001. Concluiu-se que somente o perfeccionismo não aderiu ao modelo etiológico dos comportamentos de risco para os transtornos alimentares em adolescentes brasileiras.

  3. As mulheres em sua família: Mesopotâmia, 2º milênio a.C.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Brigitte Lion

    2005-12-01

    Full Text Available As fontes cuneiformes do 2º milênio a.C. fornecem uma abundante documentação sobre as mulheres mesopotâmicas. A partir dos códigos de leis e de numerosos arquivos privados, é possível reconstituir a vida das mulheres comuns em seu quadro familiar. Este artigo analisa a condição feminina através dos diferentes costumes matrimoniais, da situação econômica das mulheres, bem como de suas atividades no interior do lar.

  4. Motivos para a prática de ginástica em academias exclusivas para mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Deimersom Pereira FRAZÃO

    2015-03-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa é analisar o conteúdo do discurso de praticantes de ginástica em academias exclusivas para mulheres sobre os motivos dessa prática, com o foco direcionado para as relações que se estabelecem entre esses motivos e o binarismo sexual. Trata-se de um estudo qualitativo. Com base em um roteiro de questões semiestruturado, 23 frequentadoras de três academias de ginástica exclusivas para mulheres situadas no município de Juiz de Fora, Minas Gerais, foram entrevistadas. Concluímos que a motivação das entrevistadas para a prática da ginástica em academias destinadas exclusivamente às mulheres se mostra ancorada, fundamentalmente, na relação que as mesmas estabelecem, direta ou indiretamente, com o homem, em casa (namorados, maridos e/ou na cena social. Quando comparadas às academias de ginástica mistas, as exclusivas para mulheres emergem como um espaço que pode proporcionar à mulher maior liberdade para: expressar as próprias insatisfações corporais; observar a outra mulher, sem que os sentimentos de competitividade aflorem como em geral afloram no ambiente em que há a presença física do homem; apresentar-se menos assujeitada a padrões corporais de vestimenta e/ou de maquiagem considerados mais belos ou elaborados, inclusive por elas mesmas. Deve-se ainda observar a possibilidade de que nas academias exclusivas as mulheres fiquem mais focadas na exercitação física; pelo fato de sentirem-se mais à vontade, consequentemente, podem se concentrar mais nas práticas e realizar os mais variados movimentos/exercícios sem constrangimentos provocados por olhares invasivos, de homens.

  5. Violência doméstica contra a mulher: percepções sobre violência em mulheres agredidas

    OpenAIRE

    Thaísa Belloube Borin

    2008-01-01

    A violência doméstica contra a mulher é um fenômeno mundial que não se restringe a determinada raça, classe econômica, idade ou religião. As agressões são divididas em variados tipos como: psicológicas, físicas e sexuais, porém, no relacionamento abusivo, elas acontecem de forma sobreposta. Este estudou objetivou investigar as percepções de violência em mulheres agredidas por seus parceiros, como elas justificam a violência sofrida e quais são os efeitos disso na sua vida. Suas percepções sob...

  6. Experiências de vida relatadas por genitores masculinos de adolescentes diagnosticadas com transtorno alimentar em tratamento ambulatorial : um estudo clínico-qualitativo

    OpenAIRE

    Celso Garcia Junior

    2015-01-01

    Resumo: O presente estudo teve como objetivos compreender as experiências de vida dos genitores masculinos de pacientes adolescentes do sexo feminino em tratamento ambulatorial devido a um Transtorno Alimentar (TA) e entender como esses homens vivenciaram o impacto do TA de suas filhas em suas próprias vidas, desde o início da doença até o desenrolar do tratamento a que elas se submeteram no Grupo Interdisciplinar de Assistência e Estudos em Transtornos Alimentares (GETA) da UNICAMP. Foi util...

  7. Prevalência e comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela de Araújo Lamino

    2011-04-01

    Full Text Available O estudo analisou a prevalência e a comorbidade de dor e fadiga em mulheres com câncer de mama. Trata-se de estudo transversal, com amostra, não probabilística de 182 mulheres em tratamento ambulatorial para câncer de mama, entrevistadas no período de julho 2006 a março de 2007. Fadiga, avaliada pela Escala de Fadiga de Piper, foi dividida em duas categorias (escore 0,1-4,9 e >5-10. Dor, avaliada pela escala de 0-10, foi categorizada do mesmo modo que fadiga. Fadiga ocorreu em 94 mulheres (51,6%, sendo >5 em 44 (46,8% delas. Dor ocorreu em 86 mulheres (47,2%, sendo >5 em 50 (58,1%. Fadiga e dor correlacionaram-se (r=0,38, p=0,003 e a comorbidade fadiga e dor foi de 38,3%. Dor intensa acentuou a fadiga (p=0,089 e fadiga intensa acentuou a dor (p=0,016. Tais dados são inéditos em nosso meio, confirmam a existência de um cluster de sintoma e dos prejuízos decorrentes dessa comorbidade.

  8. Conduta na lesão intraepitelial de alto grau em mulheres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Pauliana Sousa Oliveira

    Full Text Available O câncer cervical é a segunda causa mais comum de câncer entre as mulheres no mundo, apesar de apresentar grande potencial de prevenção e cura quando diagnosticado e tratado precocemente, o que pode reduzir a taxa de mortalidade entre as acometidas. Como não há consenso entre as medidas terapêuticas nas lesões intraepiteliais escamosas cervicais de alto grau (HSIL, buscamos discutir a conduta frente às mulheres adultas que apresentam HSIL e o seguimento após o procedimento adotado. Foi realizada pesquisa eletrônica no Medline (através do PubMed, National Guidelines Clearinghouse, Google Acadêmico e Lilacs. Os consensos identificados foram avaliados segundo sua validade e recomendações. Em relação ao acompanhamento após o tratamento, o Europeu acompanha por citologia de 6/6 meses; o Australiano, citologia e colposcopia de 6/6 meses; o Americano preconiza a realização da captura híbrida em seis a 12 meses ou citologia em seis meses. Já o Projeto Diretrizes do Brasil recomenda que reavaliações clínicas e colpocitológicas devam ser realizadas a cada três ou quatro meses nos primeiros dois anos de seguimento. Estudos comparando o método "Ver e Tratar" com os três passos (histologia, colposcopia, biópsia concluíram que este último é indicado em mulheres LSIL/ASCUS antes de se submeterem à exérese da zona de transformação (EZT, enquanto que o "Ver e Tratar" é indicado em mulheres com HSIL comprovada na citologia e sugestiva na colposcopia, pois apresenta como vantagens, o baixo custo e a resolução imediata. Todos os consensos são unânimes ao afirmar que frente à HSIL comprovada, retira-se a lesão por meio de ablação ou conização ou EZT.

  9. Imagem corporal, atitudes alimentares, sintomas depressivos, autoestima e ansiedade em gestantes de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana Fernandes Filgueiras Meireles

    Full Text Available Resumo As mudanças vivenciadas pelas gestantes podem impactar negativamente as atitudes corporais e as variáveis associadas. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi verificar a influência das atitudes alimentares, sintomas depressivos, autoestima, ansiedade e IMC na imagem corporal de gestantes. Este estudo quantitativo e transversal contou com 386 gestantes de todas as idades gestacionais, entre 18 a 46 anos de idade (média de 29,32 ± 6,04 anos da cidade de Juiz de Fora-MG. Foram aplicados instrumentos para avaliar atitudes corporais, atitudes alimentares, sintomas depressivos, autoestima e ansiedade. Foram coletados dados antropométricos e obstétricos. Realizou-se análises estatísticas descritivas, comparativas e correlacionais. Os achados indicaram correlações significativas entre as atitudes corporais e: atitudes alimentares inadequadas (r = 0,478, sintomas depressivos (r = 0,387, baixa autoestima (r = 0,431 e elevado IMC (r = 0,339. Além disso, essas variáveis juntas exerceram influência de 41,4% sobre a imagem corporal negativa das gestantes. Assim, recomenda-se a avaliação e a orientação nutricional e psicológica a fim de detectar e prevenir psicopatologias, tendo em vista a saúde materna e infantil.

  10. A DUPLA JORNADA DE MULHERES INSERIDAS NO MERCADO DE TRABALHO TURÍSTICO EM ARACAJU-SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Francyele dos Santos Araujo

    2015-08-01

    Full Text Available Essa pesquisa está inserida nas reflexões sobre igualdade de gênero, partindo do seguinte problema: como a mulher inserida no mercado de trabalho turístico de Aracaju-SE concilia trabalho e família? Portanto, tem como objetivo geral: analisar a dupla jornada da mulher inserida no mercado de trabalho turístico na capital sergipana. Seusobjetivos específicosforam: Perceber como se configuram os papéis de gênero na sociedade em relação a participação do homem na família e sua aceitação sobre o trabalho remunerado da mulher; Identificar as conquistas e os anseios das mulheres que vivem a dupla jornada no mercado de trabalho turístico de Aracaju. O método utilizado para a coleta dos dados foi a História de Vida e a técnica de pesquisa foi a entrevista dialógica. Os resultados apontaram que os homens estão mais abertos a ajudar a suas mulheres com as tarefas de casa, porém ainda não é uma partilha igualitária e, ainda, o cuidado e a orientação dos filhos continua sendo um dever relacionado às mães. O homem também evoluiu em relação a sua opinião sobre o trabalho da mulher, mas ainda não concorda que a mulher viaje a trabalho, o que prejudica a mulher no setor turístico. Conclui-se que as mulheres avançaram muito, pois hoje em dia as mulheres estão inseridas em cargos mais valorizados. Com o passar do tempo, devido às lutas feministas, as mulheres vêm conquistando espaços que antes eram ocupados apenas por homens. Porém, ainda é preciso desconstruir valores patriarcais que rondam os papéis sociais de gênero. 

  11. Indicadores clínicos em psicoterapia com mulheres vítimas de abuso sexual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Afrânio Sant'Anna

    Full Text Available O artigo trata das repercussões, a longo prazo, do abuso sexual e busca analisar queixas e sintomas apresentados em psicoterapia por mulheres adultas que foram vítimas de agressões sexuais durante a infância e a adolescência e sua relação com a literatura especializada. O trabalho verifica aspectos do atendimento psicoterápico, identificando o momento do relato do abuso, a condução do tratamento e os seus benefícios, com a utilização do método retrospectivo documental em uma amostra aleatória de 90 prontuários de mulheres na faixa etária entre 20 e 40 anos que foram atendidas em psicoterapia breve, das quais 10% apresentavam histórico de abuso sexual. Um roteiro de análise ofereceu indicadores sobre a situação de abuso, a situação clínica e o processo psicoterápico. Observou-se sintomatologia que persiste até a vida adulta e que dificulta a adaptação social e afetiva das vítimas. Os resultados reforçam a necessidade de uma compreensão mais profunda sobre a prevenção e a profilaxia com vítimas de abuso sexual.

  12. Depression in women infected with HIV Depressão em mulheres infectadas pelo HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Valéria Antakly de Mello

    2006-03-01

    Full Text Available OBJETIVE:The number of women with HIV infection has been on the rise in recent years, making studies of the psychiatric aspects of this condition very important. The aim of this study was to evaluate the prevalence of major depression in women with HIV infection. METHOD: A total of 120 women were studied, 60 symptomatic (with AIDS symptoms and 60 asymptomatic (without AIDS symptoms. Sociodemographic data were collected, and depressive disorders were identified. The instruments used to evaluate the depressive disorders were the SCID, DSM-IV, 17-item Hamilton depression scale, Hamilton depression scale for nonsomatic symptoms and the Beck depression scale. RESULTS: The prevalence of major depression was 25.8% and was higher in the symptomatic group than in the asymptomatic group (p = 0.002. CONCLUSIONS: The prevalence of major depressive episodes in women with HIV infection is high, and women with AIDS-related symptoms are more often depressed than are those who have never presented such symptoms.OBJETIVO: Devido ao aumento do número de mulheres infectadas pelo HIV, no Brasil e no mundo, torna-se necessária a realização de estudos que abordem os aspectos psiquiátricos dessa população. Esse estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de depressão maior atual e outros transtornos depressivos em mulheres infectadas pelo HIV e comparar essa prevalência entre um grupo de pacientes sintomáticas e outro de assintomáticas. MÉTODO:Utilizou-se um desenho de estudo transversal que avaliou 120 mulheres portadoras do HIV divididas em dois grupos de 60 pacientes, de acordo com a presença, em algum momento da vida, de sintomas relacionados à AIDS (sintomáticas e assintomáticas. Foram avaliadas variáveis sociodemográficas e variáveis relacionadas aos transtornos depressivos. Foram utilizados na avaliação psiquiátrica dos transtornos depressivos o SCID-DSM-IV, escala de Hamilton-17, escala de Hamilton não somática e o inventário de

  13. A mulher na agricultura orgânica e em novas ruralidades

    OpenAIRE

    Karam,Karen Follador

    2004-01-01

    Conhecer e reconhecer o papel da mulher agricultora nos novos processos produtivos em curso voltados a atualizar o lugar do rural nas sociedades contemporâneas, a partir do sistema de produção da agricultura orgânica, é a pretensão maior deste trabalho. Interessa identificar as estratégias adotadas pela agricultura familiar para a dinamização e manutenção de modos de viver o meio rural, ao mesmo tempo que interessa identificar as possibilidades de trazer à visibilidade o espaço rural nas soci...

  14. Gravidez em mulheres adolescentes: a ótica de familiares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Raquel Rosado Morais

    2002-08-01

    Full Text Available Estudo descritivo, em que se objetivou conhecer a ótica de familiares acerca da situação da gravidez de uma adolescente do grupo. O estudo foi desenvolvido no município de Mossoró-RN, no Conjunto Liberdade II. Quatorze famílias participaram do estudo e a amostra de familiares de adolescentes grávidas ficou constituida por dezenove pessoas: treze mães, uma avó, duas sogras, um pai. um padrasto e um sogro. Entre os resultados do estudo, verificou-se que a preocupação com a imaturidade física e emocional das adolescentes grávidas e as questões de ordem econômica predominaram nos discursos de grande parte dos familiares; que a crise situacional intrafamiliar parecia resolver-se com o evolver da gestação e ter solução mais rápida quando a adolescente estabelecia uma união consensual com o parceiro afetivo-sexual; e que, mesmo vivendo uma crise, o comportamento de solidariedade dos familiares superou as reações emocionais negativas e os conflitos interpessoais iniciais.

  15. Compulsão alimentar e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Raulino Tramontt

    2014-10-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Estudos nacionais mostram variações na prevalência de compulsão alimentar entre 14,9 a 18,1%, enquanto a bulimia nervosa (BN apresenta-se em torno de 1 a 3,6%. Indivíduos que apresentam transtornos alimentares procuram espaços onde o exercício físico é estimulado e assim mascaram características da doença, exercitando-se compulsivamente após um episódio de compulsão alimentar. OBJETIVO: Identificar a prevalência de transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP e bulimia nervosa em praticantes de exercício físico associando ao estado nutricional, modalidade, frequência, duração e objetivo da prática do exercício físico. MÉTODOS: Estudo transversal composto por 103 indivíduos maiores de 18 anos com idade média de 37,7 (DP±15,6 anos, de ambos os sexos, praticantes de exercício físico há pelo menos três meses ininterruptos antes do início da pesquisa. Para análise da prevalência de TCAP e BN foi utilizado o Questionário sobre Alimentação e Peso (QEWP-R e um questionário específico sobre exercício físico. O estado nutricional foi classificado conforme o IMC. RESULTADOS: A prevalência de TCAP entre os indivíduos praticantes de exercício físico foi de 0,97%. Houve associação entre valores de IMC mais alto (p=0,026, idade menor (para TCAP p=0,036, BN p=0,01 e objetivo da prática de exercício físico declarado "estética" (para TCAP p=0,011 e BN p=0,043 com maiores pontuações nos escores de TCAP e BN. CONCLUSÃO: A prevalência de TCAP e BN encontrada neste estudo está de acordo com o referido na literatura internacional. Não foram encontradas associações entre compulsão alimentar e maior frequência de exercício físico.

  16. SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL E AS CONDIÇÕES DO AMBIENTE EM ASSENTAMENTO RURAL DE SANTA CATARINA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Assunta BUSATO

    2011-12-01

    Full Text Available No Brasil, historicamente a produção de alimentos básicos esteve associada à agricultura familiar. Neste contexto, estão incluídos os assentamentos rurais que têm buscado produzir seu alimento para autossustentação da família. O objetivo deste estudo foi conhecer a situa- ção de segurança alimentar, a produção de alimentos e os aspectos relacionados às condições do ambiente, produção e armazenamento dos alimentos de um assentamento rural do município de Abelardo Luz (SC. A população do estudo inclui as famílias dos assentados. Foram utilizados três instrumentos para as entrevistas: Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, questionário para coleta de dados sociodemográficos, e roteiro para observação dos aspectos higienicossanitários. Os resultados do estudo indicam que todos os agricultores produzem os alimentos que utilizam na alimentação diária e comercializam o excedente para subsistência das famílias. O armazenamento dos produtos é feito nas cooperativas da região, e os que ficam na propriedade são colocados em caixas de madeira. O destino do lixo, na maioria das residências, é queimado ou separado para ser coletado e reciclado. A situação da segurança alimentar indica uma prevalência de 86% de insegurança alimentar leve. As demais famílias estão em situação de segurança alimentar. Considera-se que este índice está relacionado às baixas condições econômicas das famílias apesar da produção de alimentos para o autoconsumo. Há necessidades de orientações técnicas especializadas para produção qualifi cada, prevenção da contaminação de alimentos tanto na fase de produção como estocagem, atentando para o destino dos resíduos e a preservação das fontes e mananciais de água de consumo humano.

  17. Imagem corporal e comportamento sexual de mulheres obesas com e sem transtorno da compulsão alimentar periódica Body image and sexual behavior of obese women with and without binge eating disorder

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Roberto Fernandes da Costa

    2010-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: A maioria dos estudos que relacionam transtornos alimentares com sexualidade diz respeito à anorexia nervosa e à bulimia nervosa, sendo escassos aqueles que estudam conjuntamente a sexualidade com o comer compulsivo. OBJETIVO: Verificar a presença de disfunções sexuais, impulso sexual excessivo e alterações na percepção da imagem corporal de mulheres obesas, além de comparar portadoras a não portadoras de transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP quanto a esses aspectos. MÉTODOS: Participaram do estudo dois grupos de 20 mulheres obesas cada, com as não portadoras apresentando média etária de 29,80 ± 6,15 anos e de IMC de 35,12 ± 4,59 kg/m², e as portadoras apresentando 34,70 ± 9,62 anos e 37,27 ± 2,89 kg/m². RESULTADOS: Em relação à imagem corporal, os dois instrumentos utilizados mostraram diferença significante entre os grupos, com as portadoras de TCAP sentindo-se menos atraentes (13,6 ± 3,2 vs. 15,6 ± 2,3; p = 0,047, mais gordas (55,2 ± 4,6 vs. 50,0 ± 3,6; p = 0,001 e menos aptas fisicamente (14,1 ± 2,3 vs. 16,5 ± 3,9; p = 0,036, conforme resultados do Body Attitudes Questionnaire (BAQ. O escore do Body Shape Questionnaire (BSQ também mostrou pior condição para as portadoras de TCAP (146,05 ± 22,63 vs. 114,47 ± 19,50; p = 0,000. Já o comportamento sexual não mostrou associação com a obesidade nem diferença estatisticamente significante entre os grupos, apontando apenas uma tendência de maior risco para disfunção sexual entre as portadoras de TCAP, conforme resultados obtidos pelo Golombok-Rust Inventory of Sexual Satisfaction (GRISS. CONCLUSÃO: Obesas portadoras de TCAP apresentaram mais frequentemente alterações de imagem corporal e devem ser mais bem investigadas quanto à presença de disfunções sexuais.BACKGROUND: Most studies that relate eating disorders to sexuality concerns anorexia nervosa and bulimia nervosa, and there are few studies about sexuality and binge

  18. Transtorno Alimentar e Transmissão Psíquica Transgeracional em um Adolescente do Sexo Masculino

    OpenAIRE

    Valdanha-Ornelas, Élide Dezoti; Santos, Manoel Antônio dos

    2017-01-01

    Resumo A anorexia nervosa (AN) é um transtorno alimentar de etiopatogenia multifatorial. Cuidados maternos e a configuração vincular mãe-filho são considerados fatores primordiais para o desenvolvimento psicoemocional e podem influenciar no aparecimento e curso do transtorno. Este estudo teve por objetivo investigar a transmissão psíquica dos cuidados em três gerações de uma família que tinha um de seus membros acometidos, buscando identificar os conteúdos transmitidos transgeracionalmente e ...

  19. Influência da formação acadêmica em Nutrição na expressão da neofobia alimentar

    OpenAIRE

    Ferreira,Diana Quitéria Cabral; Castro,Felipe Nalon; Lopes,Fívia de Araújo

    2017-01-01

    Resumo O estudo objetivou avaliar a influência da formação acadêmica em Nutrição na expressão do comportamento alimentar neofóbico. Trata-se de um estudo transversal realizado com 247 universitários de ambos os sexos, com idade média de 24,6 ± 6,8 anos, matriculados no primeiro e no último ano de graduação em Nutrição e em outros cursos superiores da área de ciência da saúde. Foi avaliado o grau de neofobia alimentar através da Escala de Neofobia Alimentar associada a uma medida comportamenta...

  20. Consumo alimentar de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jacqueline Siqueira Santos

    2011-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar a ingestão de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína de lactentes com fenilcetonúria em uso de aleitamento materno. MÉTODOS: Um grupo de 39 crianças, com até 6 meses de idade, que fazia uso de aleitamento materno (grupo amamentado foi comparado a um grupo-controle que fazia uso de fórmula especial com baixo teor de fenilanina, por meio de um estudo de coorte histórico concorrente. Os grupos foram pareados por sexo e duração da amamentação. Foram revistos 719 recordatórios alimentares de pacientes do grupo amamentado e 628 do grupo-controle. Foi realizada avaliação antropométrica no início e no final do estudo. A análise da ingestão de nutrientes foi feita com a utilização dos programas Minitab e LogXact 4.0, e a avaliação antropométrica foi feita com a utilização do programa Epi Info 6.0. RESULTADOS: O grupo amamentado apresentou ingestão adequada de fenilalanina e tirosina e maior adequação de ingestão proteica e energética. A maioria das crianças dos dois grupos apresentou escore-Z dentro dos limites normais (Z ³-2, com evolução favorável dos indicadores estudados (peso/idade, estatura/idade, peso/estatura e perímetro cefálico. CONCLUSÃO: O aleitamento materno na fenilcetonúria proporcionou ingestão adequada de calorias, fenilalanina, tirosina e proteína. A chance de uma criança do grupo amamentado possuir recordatórios de 24h adequados de ingestão energética foi 10,64 vezes maior que a chance de uma criança do grupo-controle. Em relação à ingestão proteica a chance foi 5,34 vezes maior. O crescimento foi similar nos dois grupos.

  1. Impacto de grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Meneghel Stela Nazareth

    2003-01-01

    Full Text Available Neste trabalho, avaliaram-se oficinas de promoção à saúde e gênero, desenvolvidas em programas de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. O método baseia-se na pesquisa participante e na pesquisa ação. Foram nucleados grupos de mulheres em dois locais da cidade. O primeiro grupo foi freqüentado por 14 mulheres, com um total de seis encontros. O segundo recebeu 18 mulheres e realizou um total de 11 encontros. Os temas discutidos e vivenciados foram: relação pais e filhos, estereótipos e papéis de gênero, conjugalidade, limites a comportamentos abusivos, corpo e sexualidade e estratégias de enfrentamento à violência. Treze mulheres que freqüentaram o segundo grupo mudaram padrões de comportamento, buscando emprego, retornando à escola, melhorando a imagem corporal e reavaliando situações de violência. O grupo de pesquisadores aproximou-se do Fórum de Mulheres de São Leopoldo, fomentando o fortalecimento da rede de apoio/atendimento, bem como a visibilidade das políticas setoriais e de suas instâncias no planejamento e na execução de políticas públicas para a mulher.

  2. Impacto de grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    Full Text Available Neste trabalho, avaliaram-se oficinas de promoção à saúde e gênero, desenvolvidas em programas de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. O método baseia-se na pesquisa participante e na pesquisa ação. Foram nucleados grupos de mulheres em dois locais da cidade. O primeiro grupo foi freqüentado por 14 mulheres, com um total de seis encontros. O segundo recebeu 18 mulheres e realizou um total de 11 encontros. Os temas discutidos e vivenciados foram: relação pais e filhos, estereótipos e papéis de gênero, conjugalidade, limites a comportamentos abusivos, corpo e sexualidade e estratégias de enfrentamento à violência. Treze mulheres que freqüentaram o segundo grupo mudaram padrões de comportamento, buscando emprego, retornando à escola, melhorando a imagem corporal e reavaliando situações de violência. O grupo de pesquisadores aproximou-se do Fórum de Mulheres de São Leopoldo, fomentando o fortalecimento da rede de apoio/atendimento, bem como a visibilidade das políticas setoriais e de suas instâncias no planejamento e na execução de políticas públicas para a mulher.

  3. Ingestão alimentar em estudos epidemiológicos Food intake in epidemiological studies

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    2003-09-01

    Full Text Available A epidemiologia da nutrição dispõe de uma gama de metodologias para avaliar o estado nutricional. Entretanto, os métodos dietéticos são os únicos capazes de detectar a deficiência nutricional em seu estágio inicial, sendo por isso bastante utilizados em estudos epidemiológicos de associação entre exposições e eventos. Atualmente, o método dietético mais indicado para estudos epidemiológicos, principalmente aqueles envolvendo doenças crônico-degenerativas, tem sido o questionário semiquantitativo de freqüência alimentar (QSFA. Este instrumento, não diferente de outros, está sujeito à variabilidade e a erros de medida. Entretanto, estes podem ser identificados e tratados utilizando-se métodos como comparação de médias dietéticas, estudos de confiabilidade, de validação relativa e de calibração. Em estudo realizado em Bambuí-MG, o consumo de nutrientes foi avaliado por três diferentes métodos: QSFA e recordatórios 24 horas (R24 com e sem réplicas de alimentos, tendo suas médias comparadas e calibradas. As médias encontradas pelo QSFA foram consistentemente maiores do que as dos R24. No entanto, quando essas foram ajustadas pelo consumo calórico total não apresentaram diferenças importantes, exceto para fibras; zinco; vitaminas C; B6, e E; e colesterol. E as médias calibradas foram, em geral, menores do que as não calibradas, sendo estatisticamente significantes para ingestão de lipídeos; fibras; zinco; vitaminas C, E e A; ácidos graxos saturados, monoinsaturados e poliinsaturados; e colesterol.There are several approaches aiming to evaluate nutritional status available for epidemiological studies. Dietary methods are some of the most recommended because of their ability to detect nutritional deficiency in its initial stage. Currently, the Semiquantitative Food Frequency Questionnaire (SFFQ has been chosen as the best dietary method, especially when dealing with chronic degenerative diseases. This

  4. Cancro e género: estilos de coping em homens com cancro da próstata e mulheres com cancro da mama

    OpenAIRE

    Antunes, Bárbara Costa Pereira

    2006-01-01

    O objectivo deste trabalho é estudar as influências do género no processo de lidar com o cancro em homens que têm cancro da próstata e mulheres que têm cancro da mama, e comparar posteriormente os processos de coping desses homens e mulheres, com os de outros homens e mulheres com diferentes tipos de cancro. A amostra caracteriza-se por 4 grupos, constituídos por: 60 mulheres com cancro da mama (MCM), 43 mulheres com outros tipos de cancro (MOC), 55 homens com cancro da próstata (HCP) e 64 ho...

  5. Um fim à negligência em relação aos problemas da mulher negra!

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Claudia Jones

    2017-10-01

    Full Text Available O artigo é a tradução de um ensaio publicado originalmente em 1949, pela intelectual e ativista negra Claudia Jones na revista Political Affairs. No ensaio, Jones demonstra as origens e as múltipmas dimensões da dinâmica do sistema de opressão a que eram submetidas mulheres negras e critica a inabilidade dos comunistas estadunidenses em mobilizá-las. Ao argumentar que as mulheres negras compunham a fração superexplorada da classe trabalhadora, a autora as posiciona como parecela central da militância internacional contra o fascismo e o imperialismo.

  6. Fatores associados à obesidade global e à obesidade abdominal em mulheres na pós-menopausa

    OpenAIRE

    França,Ana Paula; Aldrighi,José Mendes; Marucci,Maria de Fátima Nunes

    2008-01-01

    OBJETIVOS: avaliar a prevalência de obesidade global e obesidade abdominal, em mulheres pós-menopausa, segundo o grau de instrução, nível de atividade física, uso de terapia hormonal na menopausa (THM) e paridade. MÉTODOS: foram entrevistadas 157 mulheres na pós-menopausa, atendidas em dois ambulatórios públicos da cidade de São Paulo, São Paulo, Brasil. A obesidade foi determinada segundo o índice de massa corporal (IMC > 30,0) e segundo o percentual de gordura corporal (%GC > 37%). A obesid...

  7. Sistema de Suplementação Alimentar para Bovinos de Corte em Pastejo: Validação

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lana Rogério de Paula

    2002-01-01

    Full Text Available Objetivou-se com este trabalho a validação do programa de computador do Sistema Viçosa de Formulação de Rações, bem como testar o NRC 1996 de gado de corte, incluindo os níveis 1 (Sistema NRC e 2 (Sistema Cornell, para bovinos de corte em pastejo. Os dados de ganho de peso preditos pelos programas, em função do peso corporal, dos grupos genéticos e da composição e do consumo de suplementos, durante o período da seca, foram comparados com os dados observados. O Sistema NRC, níveis 1 e 2, subestimou o consumo de matéria seca em 12 e 13% e o ganho de peso, em 55 e 86%, respectivamente, de 35 novilhos suplementados em pastagens durante o período da seca. Já o Sistema Viçosa, com menor margem de erro, superestimou o consumo em 5% e subestimou o ganho em 11%. Em um segundo ensaio de validação com um banco de dados de 25 experimentos, 74 tratamentos e 1230 animais, o Sistema Viçosa superestimou o ganho de peso, em função do consumo de energia (NDT, em 44%. Apesar disto, o programa é adequado para ser utilizado nas formulações de suplementos alimentares para bovinos em crescimento em pastagens tropicais, uma vez que o consumo de alimentos e, conseqüentemente, o ganho de peso são altamente variáveis, devido à variação na disponibilidade e composição das pastagens, diversidades climáticas e genéticas dos animais.

  8. Aspectos motivacionais em programas de mudança de comportamento alimentar Motivational aspects in programs of nutritional behavior changes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Alice Altenburg de Assis

    1999-04-01

    Full Text Available Este trabalho procurou reunir as informações concernentes às questões da adesão e motivação de indivíduos em programas de intervenção alimentar que visam à mudança do comportamento. Foram considerados os artigos publicados a partir de 1990, abordando inicialmente uma definição de termos sobre complacência, aderência, motivação, manutenção, recaída e lapso, palavras comumente utilizadas nos estudos sobre mudanças de comportamento. O tema fatores que interferem nas escolhas alimentares e na aderência à dieta trata genericamente, dos aspectos que determinam os hábitos e as preferências alimentares e tece considerações sobre as questões que permeiam a relação profissional-paciente. A seguir foram abordadas as principais teorias motivacionais que fundamentam os programas de intervenção alimentar e algumas considerações sobre a aplicação destas teorias num programa de intervenção nutricional. O "estado da arte" dos programas de intervenção nutricional que visam à mudança do comportamento alimentar, apresentado nas publicações relatadas, aponta para a necessidade da utilização e integração dos modelos da teoria social cognitiva e treinamento profissional para aquisição de habilidades técnicas para motivar as pessoas na realização das mudanças desejáveis.This article is a review of the most recent publications related to the motivation and adherence factors in nutritional intervention programs directed toward behavioral changes. The review included papers published since 1990. The initial part of the article presents the definitions of several terms commonly associated with researches on the behavioral change area, such as adherence, complacence, motivation, maintenance and relapse. Afterwards, the authors present information related to the factors that have been found to interfere in food choices and those that may determine the nutricional habits. The patient - professional relationship is also

  9. Mulheres e vida pública em Porto Alegre no século XIX

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cássia Daiane Macedo da Silveira

    2016-05-01

    empreender a instrução das mulheres na Província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Entendese que essa Sociedade foi um espaço onde se cruzaram diferentes interesses no que concerne a esse assunto, onde diferentes possibilidades e projetos de futuro entravam em conflito. Nesse jogo de forças em que se disputava modelos culturais e políticos, pode-se entrever as estratégias das partes envolvidas, mais fracas ou mais fortes, para acomodar suas ideias no seio da instituição. As fontes utilizadas são, principalmente, os textos da Revista da Sociedade, as atas do grupo e os livros de memórias escritos por seus membros

  10. Valor prognóstico da ecocardiografia sob estresse com dipiridamol em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Celita de Almeida

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A ecocardiografia sob estresse é uma importante ferramenta diagnóstica e prognóstica na cardiopatia isquêmica. OBJETIVO: Avaliar a importância da ecocardiografia sob estresse com dipiridamol (EEDI na investigação de isquemia miocárdica em mulheres e sua capacidade de predizer eventos combinados (morte cardiovascular, infarto agudo do miocárdio [IAM], angina instável, procedimentos de revascularização miocárdica [cirúrgica ou percutânea] em um seguimento médio de 16 meses. MÉTODOS: EStudo prospectivo, com utilização do protocolo de dipiridamol na dose de 0,84 mg em 10 minutos, associado à atropina (0,25 mg/min até 1,0 mg. RESULTADOS: Foram avaliadas 147 mulheres. A EEDI foi positiva em 14 pacientes (9,5%, negativa em 128 (87,1% e inconclusiva em 5 (3,4%. Eventos ocorreram em 8 pacientes, 7 tinham EEDI positiva. Os outros 138 não tiveram eventos. Desses, 128 tinham EEDI negativa. A sensibilidade, a especificidade, a acurácia, os valores preditivos positivo e negativo do teste frente aos eventos foram respectivamente: 83%, 95%, 94%, 42% e 99%. A sobrevida livre de eventos para pacientes com EEDI negativa foi de 99,2%, comparada com 58% para EEDI positiva (p < 0,001. A análise univariada identificou o resultado do EEDI, o eletrocardiograma (ECG basal, a fração de ejeção do VE, a dislipidemia, o índice de movimentação parietal do VE de repouso e pico, antecedentes de IAM, de revascularização miocárdica, como fatores prognósticos associados aos desfechos. Os resultados da EEDI e do ECG basal permaneceram com associação significativa com os desfechos na análise multivariada (p < 0,001. CONCLUSÃO: O ECG basal e o EEDI positivo foram variáveis independentes para a ocorrência de desfechos. O EEDI apresentou excelente valor preditivo negativo, confirmando sua utilidade na avaliação prognóstica em tais pacientes.

  11. Fatores associados à obesidade abdominal em mulheres em idade reprodutiva Factors associated with abdominal obesity among childbearing-age women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Kac

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar variáveis potencialmente associadas à obesidade abdominal em mulheres em idade reprodutiva. MÉTODOS: Foram investigadas 781 mulheres a partir de informações coletadas pela Pesquisa Nutrição e Saúde realizada em 1996 no Município do Rio de Janeiro. A obesidade abdominal foi definida como circunferência da cintura (CC > 80 cm ou como Razão Cintura Quadril (RCQ > 0,85. A análise estatística envolveu o cálculo de medidas de tendência central. A associação entre obesidade abdominal e Índice de Massa Corporal, idade, paridade e uso de tabaco foi testada por meio do cálculo do "Odds Ratio" (OR, usando a técnica de regressão logística multivariada. RESULTADOS: As maiores freqüências de obesidade abdominal foram observadas em mulheres acima de 35 anos e com dois ou mais filhos (50,7%. Os valores de OR demonstram o efeito da interação entre paridade e idade para CC>80 cm quando controlado apenas o efeito dessas duas variáveis. A partir dos modelos de regressão logística, verificou-se que quando a população foi estratificada em mulheres com e sem sobrepeso, apenas a escolaridade esteve associada à RCQ, enquanto a associação com idade e paridade desapareceu para a CC>80 cm. CONCLUSÕES: A obesidade abdominal nesse grupo populacional independe da idade e da paridade quando ajustado pelo peso relativo, sendo suas maiores determinantes a adiposidade geral e a escolaridade. Ter maior escolaridade significou possuir uma RCQ menor. É fundamental implementar estratégias de prevenção para o desenvolvimento da obesidade, cujo enfoque sejam mulheres em idade reprodutiva.OBJECTIVE: To investigate variables potentially associated with abdominal obesity among childbearing-age women. METHODS: A total of 781 women were studied based on data from the Nutrition and Health Survey conducted in 1996 in the municipality of Rio de Janeiro, Brazil. Abdominal obesity was defined as waist girth (WG > 80 cm or waist

  12. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fonseca Maria de Jesus Mendes da

    1999-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.

  13. Hábitos alimentares entre funcionários de banco estatal: padrão de consumo alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Jesus Mendes da Fonseca

    Full Text Available Com o objetivo de identificar as condições de saúde dos funcionários de um banco estatal, no Estado do Rio de Janeiro, realizou-se estudo seccional em dois setores do banco, através de amostragem sistemática. Entre as condições de saúde, o perfil dos hábitos alimentares foi investigado mediante questionário de freqüência de consumo de grupos de alimentos, analisado por meio de medida-resumo (escore alimentar. Embora a maior parte da população apresente bons hábitos alimentares, os resultados confirmaram grande diferença entre os sexos: cerca de 60% dos homens apresentaram escores maiores do que a média da população (51,2, comparados a 45% das mulheres. Além disso, foi possível verificar que os homens, principalmente os mais jovens, consomem maior quantidade de alimentos com gordura saturada, sal ou açúcar, quando comparados às mulheres. Os achados indicam que a qualidade da dieta junto a outros hábitos e comportamentos, como tabagismo e sedentarismo, devem fazer parte de programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho, visando controlar as doenças cardiovasculares e outros agravos.

  14. Insegurança alimentar em gestantes da rede pública de saúde de uma capital do nordeste brasileiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alane Cabral Menezes de Oliveira

    Full Text Available Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a insegurança alimentar e os seus fatores associados em gestantes atendidas pela rede pública de saúde de uma capital do nordeste brasileiro. Estudo transversal, realizado com gestantes que residiam em Maceió, e que eram atendidas pela rede pública de saúde municipal, das quais foram coletados dados socioeconômicos, antropométricos e realizadas medidas de hemoglobina e glicemia capilar e aferição da pressão arterial. A insegurança alimentar foi avaliada através da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e sua associação com os fatores de risco foi testada por meio de análise de regressão de Poisson, com os resultados expressos pela Razão de Prevalência e Intervalo de Confiança de 95%. Foram analisadas 363 gestantes, com prevalência de insegurança alimentar de 42,7%, sendo 8,0% delas em insegurança grave. Houve associação da insegurança alimentar com: hiperglicemia materna e níveis pressóricos maternos elevados. Foi elevada a prevalência de insegurança alimentar em gestantes atendidas pela rede pública de saúde de uma capital do nordeste brasileiro, estando associada à hiperglicemia materna e a níveis pressóricos elevados. Os resultados precisam ser vistos para que sejam realizadas mais ações que garantam o direito à alimentação adequada a essa população.

  15. Qualidade de vida e depressão em mulheres vítimas de seus parceiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Gurgel Adeodato

    2005-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e depressão nas mulheres vítimas da violência doméstica; estabelecer o perfil socioeconômico da mulher agredida pelo parceiro e as particularidades das agressões sofridas. MÉTODOS: A amostra constituiu-se de 100 mulheres que sofreram agressão de seus parceiros e que prestaram queixa na Delegacia da Mulher do Ceará. Foram aplicados três questionários: o primeiro visa a obter dados demográficos e sobre a violência sofrida; o segundo (GHQ-28, sobre a qualidade de vida em geral; e o terceiro (Beck, quantifica o grau de depressão. RESULTADOS: O perfil da mulher agredida é: jovem, casada, católica, tem filhos, pouco tempo de estudo e baixa renda familiar. Álcool e ciúme foram os fatores mais referidos como desencadeantes das agressões, tendo 84% das mulheres sofrido agressão física. Foi observado que 72% delas apresentaram quadro sugestivo de depressão clínica; 78% tinham sintomas de ansiedade e insônia; 39% já pensaram em suicídio e 24% passaram a fazer uso de ansiolíticos após o início das agressões. CONCLUSÕES: A análise dos dados sugere que a violência doméstica está associada a uma percepção negativa da saúde mental da mulher.

  16. Efeitos de uma intervenção alimentar em atletas de futsal de diferentes categorias etárias

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melissa Acunha Da Silveira

    2017-01-01

    Full Text Available A adolescência é a fase compreendida dos 10 aos 19 anos de idade, é o segundo período em que o crescimento tem sua velocidade máxima. Atletas adolescentes, em função da demanda energética, podem apresentar erros alimentares importantes. O objetivo deste estudo foi avaliar a adequação e a qualidade da dieta de adolescentes jogadores de futsal das categorias sub 13, sub 15 e sub 17 de um clube esportivo antes e depois de intervenção nutricional para uma alimentação saudável. Foi realizada uma intervenção nutricional durante os meses de março a maio de 2015 com adolescentes da equipe de futsal de um clube esportivo da cidade de Pelotas/RS, que consistiu em orientações para hábitos alimentares mais saudáveis, utilizando como parâmetro os Dez Passos da Alimentação Saudável para Adolescentes do Ministério da Saúde. O estado nutricional e o consumo alimentar foram avaliados antes e após a intervenção, com um intervalo de oito semanas entre os encontros. Participaram do estudo 32 adolescentes do sexo masculino. A média de índice de massa corporal dos atletas foi de 22,3 ± 4,1 kg/m². Em relação ao consumo alimentar, os macronutrientes e a ingestão calórica não apresentaram mudanças estatisticamente significativas e a ingestão hídrica foi a única variável que apresentou aumento pós-intervenção (p=0,05. Os resultados reforçam a importância do acompanhamento nutricional para atletas adolescentes. A intervenção nutricional utilizada mostrou-se ineficiente para modificação de hábitos alimentares no dado período de tempo. ABSTRACT Effects of a food intervention on futsal athletes of different age categories Adolescence is the period comprised from 10 to 19 years old, is the second period in which growth has its maximum speed. Adolescent athletes, due to the energy demand, may have significant dietary deficiency. The aim of this study was to evaluate the adequacy and quality of the diet of teenagers

  17. Uso do método Respondent Driven Sampling para avaliação do alcoolismo em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Isis Milane Batista de Lima

    Full Text Available RESUMO Trata-se de um estudo observacional transversal, objetivando a apresentação de indicadores relacionados às mulheres que fazem uso excessivo de álcool. Devido à dificuldade de obtenção de um cadastro que permitisse a seleção aleatória de mulheres alcoolistas, decidiu-se como alternativa a aplicação do método Respondent Driven Sampling (RDS. O método permitiu a apresentação de indicadores relacionados ao alcoolismo com base em uma amostra de 36 mulheres selecionadas de centros de tratamento. Os resultados da pesquisa evidenciaram que dos 91,7% das mulheres que fazem uso excessivo de álcool em conjunto com outras drogas, 69,44% usam maconha e cigarro. E, das 30.087 mulheres que consomem álcool, 24.371 necessitam de avaliação e tratamento.

  18. Problemas ginecológicos mais freqüentes em mulheres soropositivas para o HIV

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Melo Victor Hugo de

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: apresentar os achados ginecológicos mais freqüentes de uma coorte de 300 mulheres infectadas pelo HIV, acompanhadas ambulatorialmente. MÉTODOS: estudo prospectivo e descritivo de mulheres HIV-soropositivas atendidas em clínica ginecológica, no período de novembro de 1996 a dezembro de 2002. As pacientes foram submetidas ao protocolo de atendimento ginecológico que incluiu anamnese, exame ginecológico, colpocitologia oncótica (Papanicolaou, pesquisa de HPV (PCR e colposcopia. A biópsia cervical, quando necessária, foi realizada. Os dados foram armazenados e analisados no Epi-Info, versão 6.0. RESULTADOS: a idade média foi 34,5 anos. Destaca-se o pequeno número de parceiros sexuais, média de três parceiros, e a predominância do contágio heterossexual: 271 (90,6% pacientes adquiriram o vírus por meio do contato sexual com seus parceiros. Foi alta a prevalência de neoplasias intra-epiteliais cervicais (NIC, representando 21,7% do total da amostra. Dentre as 109 pacientes submetidas a PCR encontraram-se 89 (81,7% com algum genótipo do HPV. Esfregaço inflamatório à citologia esteve presente em 69% das pacientes. CONCLUSÕES: a infecção pelo HIV se associa com freqüência a NIC e a processos infecciosos genitais, em especial o HPV.

  19. INFLUÊNCIA DA LASERTERAPIA NA DOR E QUALIDADE DE VIDA EM MULHERES COM FIBROMIALGIA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renato Canevari Dutra da Silva

    2015-01-01

    Full Text Available A fibromialgia é uma síndrome dolorosa, não inflamatória, cujo principal sintoma é a dor crônica musculoesquelética generalizada, causando um impacto negativo na qualidade de vida destes pacientes. O objetivo deste estudo foi investigar a influência da laserterapia na dor e qualidade de vida em mulheres com fibromialgia. Participaram do estudo 9 mulheres com diagnóstico confirmado de fibromialgia, as quais foram submetidas a 10 sessões consecutivas com laser 830nm e dosimetria de 5 J/cm² aplicado apenas nos tender points dolorosos à palpação digital. Foi realizada a avaliação da intensidade da dor, antes e após a intervenção com laserterapia, utilizando a escala visual analógica (EVA e, para avaliar qualidade de vida, foram utilizados dois questionários, o Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36 e o Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ, sendo realizados antes e após o tratamento com laserterapia. Na avaliação da intensidade da dor através da EVA, não foi observado diferença significativa após o tratamento (p=3,03. Em relação ao SF-36, houve diferenças estatisticamente significantes do escore geral (p=0,018 e observaram-se diferenças estatisticamente significantes nas variáveis dor (p=0,032 e estado geral de saúde (p=0,027. No FIQ, o escore geral apresentou diferença estatisticamente significante, sendo (p=0,002 e, em relação às variáveis do FIQ, houve diferença estatisticamente significante no bem estar (p=0,007, dificuldade no trabalho (p=0,048, dor (p=0,000, rigidez (p=0,033 e sono (p=0,021. Foi observado que a intervenção fisioterapêutica com laserterapia promove melhora da dor e da qualidade de vida de mulheres com fibromialgia.

  20. AVALIAÇÃO DO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE TRANSTORNOS ALIMENTARES EM ALUNAS DO ENSINO MÉDIO DE ESCOLAS PARTICULARES, ARACAJU - SE

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    MARIA DE FáTIMA MELO SILVEIRA

    2009-09-01

    Full Text Available

    Os transtornos alimentares são quadros psiquiátricos caracterizados por uma grave perturbação do comportamento alimentar, sendo a Anorexia e Bulimia Nervosa os dois tipos principais, os quais afetam principalmente adolescentes femininas e adultas jovens. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de alunas do ensino médio em escolas particulares de Aracaju-SE de desenvolverem transtornos alimentares dos tipos Anorexia e Bulimia Nervosa. Utilizou-se um questionário autopreenchível (com validação primária em 320 alunas, de 14 a 18 anos de idade, que aceitaram responder às questões sobre comportamento alimentar, imagem corporal, entre outras. O risco de desenvolvimento de transtornos alimentares na população avaliada foi evidenciado por determinadas manifestações, como a prática de dietas (39,0%, uso de medicamentos para emagrecer (10,8%, consumo compulsivo excessivo de alimentos (40,7% e eventos bulímicos (7,8%. Tendo em vista que a insatisfação corporal é um dos fatores principais que modulam a gênese dos distúrbios alimentares, o desgosto pelo próprio corpo (40,3%, apresentado pelas alunas analisadas, revelou a possibilidade de desenvolverem Anorexia e Bulimia Nervosa. Os resultados indicam a substancial necessidade de prevenção desses transtornos por meio de folderes e palestras, além da capacitação de profissionais da saúde e professores de ensino médio para a detecção do problema.

  1. Cognição no climatério em mulheres com migrânea

    OpenAIRE

    Santiago, Vera Lúcia Gomes

    2012-01-01

    Introdução: há um consenso na prática clínica que na transição da menopausa mulheres referem queixas cognitivas, principalmente de memória. Alguns estudos mostram que sintomas psicológicos podem estar associados com prejuizos cognitivos. Essas hipóteses não têm sido comprovadas na literatura e controvérsias são apresentadas. Este estudo teve como objetivo comparar o desempenho cognitivo e suas associações com variáveis afetivas entre grupos de mulheres em fases do climatério com p...

  2. Determinantes psicobiológicos do comportamento alimentar: uma ênfase em fatores ambientais que contribuem para a obesidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Cristina Bolzan Quaioti

    2006-01-01

    Full Text Available O comportamento alimentar é multideterminado e somente uma análise psicobiológica é capaz de abordar as interações entre os fatores fisiológicos, psicológicos, genéticos e condições ambientais de um indivíduo. Assim, a capacidade para controlar a ingestão requer mecanismos especializados para harmonizar informações fisiológicas do meio interno com informações nutricionais do ambiente externo. Dentre os fatores externos merece destaque a questão ligada à propaganda de alimentos e a influência cada vez maior da mídia na determinação da dieta dos indivíduos de países desenvolvidos ou em desenvolvimento. Assim, o presente trabalho tem por objetivo analisar as influencias dos fatores ambientais na determinação do comportamento alimentar humano, com especial ênfase naqueles fatores que podem predispor à obesidade.

  3. Aborto induzido em mulheres de baixa renda: dimensão de um problema

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Ramos Martins

    1991-06-01

    Full Text Available Este artigo enfoca a prática de aborto, principalmente aborto induzido entre mulheres de baixa renda. A análise é baseada em dados de pesquisa coletados entre 1984 e 1985 em sete favelas localizadas na área metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil (¹. Apesar da legislação severa existente, a prática do abono induzido é muito freqüente. Entre as mulheres casadas, 21,4 por cento declararam terem praticado aborto induzido. Embora grande parte dos abortos terem sido feitos por médicos, a qualidade dos cuidados nestes procedimentos é questionável, devido ao fato de que, sendo ilegal, na maioria dos casos não há possibilidade de supervisão por parte das autoridades de saúde. A incidência de complicações pós-aborto é muito alta, principalmente nos casos em que é praticado por curiosas ou pela própria mulher. Mais de 60 por cento das mulheres não faziam uso de métodos contraceptivos ao engravidar. Cerca de 21 por cento declararam que estavam usando pílula anticoncepcional. Claro está que uma taxa de falha tão elevada é inaceitável e deve-se ao seu uso incorreto. Tudo isto revela a necessidade urgente de um melhor acesso ao planejamento familiar, oferecido pelos serviços de saúde dentro da concepção de atenção integral. São discutidas, também, as conseqüências das leis restritivas em matéria de abono no Brasil, restrições que, na prática, provam ser ineficazes para prevenir a prática do aborto induzido, mas podem ser muito efetivas para ampliar ainda mais as desigualdades sociais já existentes.This paper examines the practice of abortion, especially induced abortion among low income women. The discussion is based on survey data collected between 1984 and 1985 in seven slum communities (favelas situated in the metropolitan area of Rio de Janeiro, Brazil. Despite restrictive law, induced abortion is extremely frequent. Among married women 21.4 per cent reported experience of induced abortion. Most abortions

  4. Educação popular, saúde e segurança alimentar em áreas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

    OpenAIRE

    Bianca RÜCKERT; Marília Carla de Mello GAIA

    2014-01-01

    Este artigo analisa o desenvolvimento de uma ação educativa em segurança alimentar e nutricional envolvendo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, na região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. A partir do registro da experiência, enfatizou-se a metodologia da ação, os saberes mobilizados e as mudanças nas práticas de saúde, segurança alimentar e produção agropecuária dos sujeitos envolvidos. As reflexões apontam para alguns elementos da metodologia que contribuíram para o ...

  5. Prevalência de alergia alimentar em pré-escolares das escolas municipais de Educação Infantil de Uberlândia/MG

    OpenAIRE

    Guimarães, Tássia Cecília Pereira

    2014-01-01

    A alergia alimentar é um efeito adverso à saúde, decorrente de alguma resposta imune que ocorre de forma reprodutível sobre a exposição a um dado alimento. Essa alergia tem mostrado aumento expressivo nas últimas décadas, com prevalência estimada em torno de 6 a 8% na faixa etária pediátrica. Embora o alimento causador de alergia alimentar mais frequente seja o leite de vaca, também são comuns alergias desencadeadas por soja, ovo, peixe, amendoim, trigo, milho, arroz e frutos do mar.. A faixa...

  6. Significados do cuidado-de-si-mesmas de mulheres profissionais de enfermagem em uma unidade de pronto atendimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elayne Arantes Elias

    2014-09-01

    Full Text Available Objetivo: Compreender o significado da vivência da mulher profissional de enfermagem no cuidado de si mesma no cotidiano assistencial de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA. Métodos: Desenvolveu-se entrevista com 14 mulheres profissionais de Enfermagem entre dezembro/2012 a fevereiro/2013. O cenário foi uma UPA localizada no Estado do Rio de Janeiro - Brasil. Investigação qualitativa de abordagem fenomenológica, segundo o método de análise compreensiva de Martin Heidegger. Resultados: O cuidado de si mesma dessas mulheres diz respeito não só ao cuidado de saúde, propriamente dito, mas também se manifesta nas dimensões intrínsecas como lazer, descanso e relações familiares. Conclusão: As ações de cuidado foram visualizadas, mas nem sempre as profissionais conseguem colocá-las em prática, pois em decorrência das suas ocupações cotidianas sendo mulher, mãe e profissional de enfermagem de uma UPA, falta tempo para si mesma, de modo que o cuidar-se fica em segundo plano e, às vezes, é até esquecido.

  7. Distúrbios alimentares em adolescentes em Belo Horizonte e sua associação com erosão e cárie dentária

    OpenAIRE

    Ana Paula Brazileiro Vilar Hermont

    2012-01-01

    O cirurgião-dentista pode ser o primeiro profissional a suspeitar da ocorrência de distúrbios alimentares como a bulimia, devido aos sinais e sintomas da erosão e cárie dentária resultantes de um ambiente bucal cronicamente ácido e de uma dieta rica em carboidratos, respectivamente. Diante disso, realizou-se um estudo transversal controlado objetivando avaliar a ocorrência de erosão e cárie dentária em adolescentes em risco de estarem sofrendo de distúrbios alimentares e compará-la àquela de ...

  8. ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS ASSOCIADAS A INFECÇÃO PELO PAPILOMAVIRUS HUMANO EM MULHERES ATENDIDAS EM UM HOSPITAL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Emilly de Oliveira Silva

    2016-01-01

    Full Text Available O Papilomavírus Humano (HPV é atualmente a principal causa de virose sexualmente transmissível, sendo sua principal consequência o câncer de colo de útero. Neste contexto, este estudo teve como objetivo avaliar as alterações citológicas em mulheres atendidas em um hospital. Tratou-se de uma pesquisa do tipo quantitativa, de caráter documental, composta por 198 mulheres que apresentaram lesão devido à infecção pelo HPV e atendidas no Hospital Alpheu de Quadros. Os dados foram coletados por meio de registros arquivados no computador do hospital. Das mulheres infectadas pelo HPV, 66,7% tinham entre 20 e 39 anos e das que relataram sua iniciação sexual 61,6% tinham entre 16 e 20 anos. A maioria dessas mulheres foi diagnosticada com lesão intraepitelial de alto grau (HSIL seja na citologia ou na biópsia. O resultado pós Cirurgia de Alta Frequência apresentou-se positivo, pois houve diminuição de HSIL das mulheres. Ações de saúde pública podem prevenir a incidência e mortalidade pelo câncer de colo de útero quase que totalmente, desde que o planejamento destas ações esteja em concordância com o conhecimento científico atual.

  9. Fatores de risco para histerectomia em mulheres brasileiras Risk factors for hysterectomy among Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thália V. Barreto de Araújo

    2003-01-01

    Full Text Available Realizou-se um estudo de caso-controle exploratório para investigar fatores de risco para histerectomia entre usuárias do setor público de saúde em Recife, Pernambuco, Brasil. Os 373 casos são mulheres com idade entre 30 e 54 anos, submetidas à histerectomia eletiva por condição pélvica benigna. Os controles, 742 mulheres com útero preservado, foram selecionados em centros de saúde. Os dados foram coletados em entrevistas, com um questionário estruturado e pré-testado, ou transcritos dos prontuários médicos. Com base em regressão logística múltipla não-condicional, foram identificados como fatores de risco para histerectomia: a renda familiar per capita relativamente maior, a nuliparidade e a paridade de até três filhos, a demanda por cuidados médicos por problemas menstruais, o antecedente de distúrbio menstrual ou de morbidade do colo uterino, a hospitalização por causa ginecológica e a presença de laqueadura tubária antes dos trinta anos. A história prévia de filho nascido morto e a menopausa se constituíram em fatores de proteção.A case-control study was conducted to investigate risk factors for hysterectomy among women using the public health system in Northeast Brazil. The cases were 373 women aged 30-54 years that had undergone elective hysterectomy for benign pelvic conditions. Controls were 742 women with preserved uterus selected from public health clinics. Data were collected through a review of medical records and a personal interview using a structured, pre-tested questionnaire. Unconditional multiple logistic regression was applied in the analysis. Women at greater risk for hysterectomy were those with a higher per capita family income, zero to three children, a history of medical consultation for menstrual problems, hospitalization for gynecological problems, or tubal ligation before age 30 years. Menopause and a history of stillbirth appeared as protective factors in the statistical analysis.

  10. Mulheres encarceradas em São Paulo: saúde mental e religiosidade

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paulo Augusto Costivelli de Moraes

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: A religião tem um importante papel na vida de indivíduos encarcerados. A saúde mental e a possibilidade de reabilitação parecem ser favorecidas através da religião. Entretanto poucos estudos no Brasil abordaram a saúde mental em população carcerária feminina e a relacionaram com a religiosidade. O objetivo deste estudo é verificar o perfil de saúde mental e a relação entre religião, religiosidade e saúde mental numa amostra de mulheres encarceradas em São Paulo. MÉTODOS: Foram entrevistadas 358 mulheres, detentas da Penitenciária Feminina da Capital (São Paulo-SP. Foi aplicado um questionário amplo que abrangeu dados sociodemográficos e culturais (incluindo a religiosidade, assim como itens sobre saúde mental e perfil criminal. A avaliação psicopatológica foi feita com o General Health Questionnaire (GHQ-12. Análises estatísticas comparando as variáveis com o GHQ-12 foram realizadas. Foi utilizada também a análise de regressão logística multivariada para respostas dicotômicas para as variáveis que possivelmente interagiram com a saúde mental. RESULTADOS: A idade média da amostra foi 30,7 anos ± 8,5. A prevalência de possível caso psiquiátrico foi 26,6%. CONCLUSÕES: Uma maior religiosidade pessoal associou-se a menor freqüência de possível transtorno mental. Não foram encontradas associações entre tipo de crime e saúde mental.

  11. As mulheres da família: mundos partilhados, mundos em conflito

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nayara Nascimento Rêgo

    2002-01-01

    Full Text Available O presente trabalho, de cunho etnográfico, toma como foco de análise o cotidiano de uma família multigeracional, sob a perspectiva de mulheres de três gerações diferentes, que habitam o mesmo teto: avó, mãe e neta. As narrativas sobre eventos cotidianos, principalmente os relacionamentos familiares, colhidas no período de dez anos, revelam aspectos da estrutura complexa da comunicação na família em um mundo partilhado, capaz de produzir sentido, mas também de gerar conflitos. A partir de entrevistas semi - estruturadas com a avó, a mãe e a filha adolescente, foram identificadas condições de risco (violência e abuso de álcool no âmbito das relações interpessoais. Pode-se inferir que os papéis não são claramente delimitados, o que se expressa no ciclo de transferência de responsabilidades e no exercício da autoridade. A atmosfera é tensa, a violência, já incorporada ao cotidiano, apresenta-se como ponto culminante dos conflitos, enraizada nos relacionamentos, distorcendo as percepções e dificultando a comunicação. Observam-se estratégias através das quais as mulheres continuam se afirmando como eixo em torno do qual a família estrutura seu cotidiano e seus projetos de vida.

  12. Imagem corporal em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica: Interações socioculturais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcela Rodrigues de Castro

    2013-10-01

    Full Text Available Apontada como epidemia global a obesidade vem sendo tratada através da cirurgia bariátrica, método invasivo, porém, considerado o mais eficiente. Objetivou-se investigar aspectos socioculturais e seu impacto sobre a imagem corporal de mulheres submetidas à cirurgia bariátrica nos períodos pré e pós-cirúrgico. Foram entrevistadas 20 mulheres submetidas à gastroplastia há pelo menos um ano no Serviço de Controle de Hipertensão Diabetes e Obesidade (SCHDO. Os dados foram analisados sob a perspectiva qualitativa e submetidos à Análise de Conteúdo. A interação entre o contexto sociocultural e imagem corporal configurou-se nas categorias: discriminação, percepção do olhar do outro antes e após cirurgia, e percepção do próprio corpo antes e após cirurgia. Constatou-se que a imagem corporal foi elaborada a partir do meio em que viveu o grupo pesquisado. O meio externo propiciou ao sujeito sentimentos de inadequação corporal, tristeza, exclusão social e inferioridade, resultando em autoconceito negativo. Tais sentimentos foram amenizados após a cirurgia bariátrica proporcionando ao grupo autoconceito positivo decorrente de uma maior inserção social.

  13. Depressão em mulheres vítimas de violência doméstica

    OpenAIRE

    Morais, Ariane Cedraz

    2013-01-01

    A violência contra a mulher atinge, no Brasil, todas as classes e segmentos sociais, operando numa base de discriminação e abuso sobre as diferenças, quais sejam de gênero, de classe de raça, socioeconômica e geracional, sujeitando as mulheres à situações como fome, tortura, humilhação e mutilação. Os impactos da violência vão além de custos sociais e/ou hospitalares, mas incide essencialmente sobre a saúde da mulher, em especial a saúde mental. Estudo epidemiológico de corte t...

  14. Intake and feeding efficiency in feed-lot lambs Consumo e Eficiência Alimentar em Cordeiros Confinados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joadil Gonçalves Abreu

    2008-12-01

    Full Text Available The present experiment was carried out in order to evaluate the intake and feed efficiency in fed-lot sheep as function of the body weight (BW variation. Data from three experiments with 50 feedlot lambs maintained in individual metabolic cages and fed diets composed of 50:50 roughage:concentrate were used. The experiment lasted 120 days; every 21 days the animals were weighed and the dry matter intake and body weight change were daily done. The intake was determined by checking daily the feed offer level and orts. The increased in animals body weight incremented the dry matter intake in 30.8g/kg of body weight/day, but promoted reduction of 0.0318% when the intake was expressed as percentage of BW. In addition, the advance of body weight affected negatively the feed conversion (FC, where animals with BW of 30 kg showed estimated FC of 4.55 of dry matter/kg of BW gain, while animals with BW of 45 kg have would food conversion of 7.03 kg of DM/kg of BW gain.Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o consumo e a eficiência alimentar em ovinos confinados em função da variação no peso vivo (PV. Foram utilizados dados de três experimentos com cordeiros em confinamento, 50 animais no total, mantidos em gaiolas individuais para estudos de metabolismo, alimentados com dietas de relação volumoso: concentrado 50:50. Durante o experimento (120 dias, os animais foram monitorados quanto ao consumo diário de matéria seca e à variação de peso vivo, por meio de pesagens realizadas a cada 21 dias. O consumo foi determinado pelo monitoramento diário da oferta de alimento e das sobras. Com o do peso vivo dos animais aumentou o consumo de matéria seca em 29,38g/kg de PV/dia, mas promoveu redução de 0,0318% quando expresso em porcentagem do PV. Além disso, o avanço do PV afetou negativamente a conversão alimentar (CA, de modo que animais com 30kg de PV apresentaram CA estimada de 4,55kg de MS/kg de PV ganho, enquanto animais com peso

  15. As mulheres e os receios vivenciados em suas trajetórias obstétricas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria das Dores do Vale Oba

    1996-12-01

    Full Text Available A assistência ao parto constitui ainda hoje um ponto crítico do atendimento obstétrico, acarretando conseqüências negativas para mulher e criança. O presente estudo procurou buscar a percepção das usuárias numa Unidade Básica de Saúde de Ribeirão Preto, sobre assistência ao parto, através da abordagem qualitativa. Foram entrevistadas 21 gestantes de 14 a 34 anos, em julho de 1995. As manifestações dos receios em decorrência do parto apresentaram-se nas diferentes formas de medo: da morte; do sofrimento do parto; de acontecer algo com o bebê; de não ser bem atendida; do tipo de parto; do hospital, de ser atendida por outro médico com o qual não realizou o pré-natal; de não ter convênio médico; de não saber em qual hospital terá o filho.

  16. Alterações de equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres no ciclo gravídico puerperal

    OpenAIRE

    Eufrásio, Laiane Santos

    2015-01-01

    INTRODUÇÃO: O ciclo gravídico-puerperal causa inúmeras transformações na vida da mulher, sejam elas físicas, hormonais, emocionais ou sociais. Tais alterações podem afetar o equilíbrio postural e a qualidade de vida dessas mulheres na gravidez, podendo persistir no pós-parto. OBJETIVO: Analisar alterações no equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres na gravidez e no pós-parto. METODOLOGIA: Este estudo foi composto por 47 mulheres participantes do Curso para Gestant...

  17. Estudo de caso controlo emparelhado da depressão, sintomas psicopatológicos, auto-estima e auto-conceito em mulheres obesas e normativas

    OpenAIRE

    Carneiro, Ana

    2010-01-01

    O presente estudo teve como objectivo avaliar se existem diferenças estatisticamente significativas no que respeita à auto – estima e ao auto – conceito em mulheres obesas, utentes de uma unidade de saúde a usufruir de apoio psicoterapêutico comparativamente com mulheres normativas. Pretendeu-se ainda verificar a existência de indicadores de maior incidência de depressão e de sintomas psicopatológicos nas mulheres obesas relativamente às mulheres normativas. A amostra foi constituída po...

  18. Insegurança alimentar das famílias residentes em municípios do interior do estado da Paraíba, Brasil

    OpenAIRE

    Vianna,Rodrigo Pinheiro de Toledo; Segall-Corrêa,Ana Maria

    2008-01-01

    OBJETIVO: Identificar a prevalência de segurança alimentar e dos diferentes graus de insegurança alimentar entre famílias residentes em 14 municípios da Paraíba e a relacionar com o perfil social, demográfico e econômico destas famílias. MÉTODOS: Realizou-se inquérito populacional no qual 4.533 famílias foram entrevistadas. Utilizou-se questionário para avaliar as características sócio-demográficas, juntamente com a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. Foram calculadas medidas de preva...

  19. Excesso de peso e obesidade abdominal em mulheres atendidas em Unidade da Estratégia Saúde da Família

    OpenAIRE

    Cristóvão,Maria Fernanda; Sato,Ana Paula Sayuri; Fujimori,Elizabeth

    2011-01-01

    Investigou-se a prevalência de excesso de peso e obesidade abdominal e variáveis associadas em mulheres. Estudo transversal com 298 mulheres (20-59 anos), usuárias de uma unidade da Estratégia Saúde da Família, em São Paulo-SP. Considerou-se o excesso de peso: índice de massa corporal>25kg/m²; a obesidade abdominal: circunferência da cintura 0,80m ou razão cintura-quadril>0,85. Realizou-se análise de regressão logística. O excesso de peso afetou 56% das mulheres, sendo 37% sobrepeso e 19% obe...

  20. A PREVALÊNCIA DE INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM MULHERES NA PÓS-MENOPAUSA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Juliana de Oliveira Souza

    2015-08-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência de incontinência urinária em mulheres no período pós-menopausa e traçar o perfil epidemiológico dessa população. Foram entrevistadas quarenta mulheres com idade entre 50 e 82 anos, com um período mínimo de um ano de amenorreia. A coleta de dados foi realizada utilizando um questionário elaborado pelos próprios autores, que buscavam informações referentes a fatores de risco para a incontinência urinária e suas características clínicas. Dentre as mulheres entrevistadas, 20 apresentavam incontinência urinária, sendo que 70% das mulheres incontinentes eram caucasianas e 80% apresentavam alterações no Índice de Massa Corporal e não faziam uso de Terapia de Reposição Hormonal. Quanto ao histórico gineco-obstétrico, a maioria vivenciou 5 ou mais partos normais e foi submetida à histerectomia. Muitas mulheres entrevistadas relataram perda de urina em mais de uma situação da vida diária. Quando questionadas sobre o tratamento, 80% delas referiram nunca ter procurado ajuda médica e nenhuma delas fazia tratamento para a doença. Sendo assim, na assistência à saúde da mulher, mostra-se necessária a identificação do problema e de seus fatores de risco, assim como estratégias de intervenções para prevenção, diagnóstico e tratamento relacionados à perda urinária feminina.

  1. Insatisfação corporal e comportamento alimentar inadequado em jovens nadadores segundo níveis econômicos e competitivos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar a insatisfação corporal e o comportamento alimentar entre atletas adolescentes de diferentes níveis econômicos e competitivos. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 64 atletas com idade média de 13,64 (± 2,57, sendo 22 do sexo feminino e 42 do masculino. Utilizaram-se o Body Shape Questionnaire (BSQ e o Eating Attitudes Test (EAT-26 para avaliar insatisfação corporal e comportamento alimentar, respectivamente. A classificação econômica foi obtida mediante aplicação do Critério de Classificação Econômica Brasil (ABEP. Aplicou-se questionário qualitativo para avaliar dados demográficos como idade, sexo e nível competitivo. RESULTADOS: Não se identificaram diferenças de insatisfação nem de comportamento alimentar entre os níveis econômicos e competitivos. Além disso, os níveis econômicos e competitivos somente modularam a variância do comportamento alimentar (p < 0,05. CONCLUSÃO: Os resultados do presente estudo permitem concluir que tanto a insatisfação corporal quanto o comportamento alimentar foram semelhantes entre diferentes níveis econômicos e competitivos em nadadores.

  2. The three factor eating questionnaire - R21: tradução para o português e aplicação em mulheres brasileiras The three factor eating questionnaire - R21: translation and administration to Brazilian women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lara Cristiane Natacci

    2011-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar e discutir a relação dos comportamentos de restrição cognitiva, alimentação emocional e descontrole alimentar entre si e com os parâmetros antropométricos: índice de massa corporal e circunferência abdominal. MÉTODOS: Tradução para o português e aplicação do The Three Factor Eating Questionnaire - versão reduzida de 21 itens, com subsequente comparação aos parâmetros antropométricos de 125 mulheres trabalhadoras do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, escolhidas casualmente em um grupo de 800 interessados em orientação nutricional. RESULTADOS: Encontraram-se associações entre a alimentação emocional e o descontrole alimentar, além de associações entre alimentação emocional e descontrole alimentar, índice de massa corporal e circunferência abdominal. CONCLUSÃO: O The Three Factor Eating Questionnaire - versão reduzida de 21 itens mostrou-se um instrumento adequado para identificar os comportamentos de restrição cognitiva, alimentação emocional e descontrole alimentar, padrões de comportamentos cuja análise pode servir como ponto de partida para a adoção de estratégias de abordagem de orientação nutricional em programas de controle de peso.OBJECTIVE: This study analyzed and discussed how cognitive restraint, emotional eating and bingeing behaviors interrelate and relate with the anthropometric parameters BMI and waist circumference. METHODS: The short version of The Three Factor Eating Questionnaire consisting of 21 items was translated into Portuguese, administered to 125 female employees from the Central Unit of the Universidade de São Paulo School of Medicine Clinics Hospital and compared with the anthropometric data of these women who had been casually selected from a group of 800 individuals interested in nutrition counseling. RESULTS: Emotional eating was found to be associated with bingeing, body mass index and

  3. Insatisfação corporal, comprometimento psicológico ao exercício e comportamento alimentar em jovens atletas de esportes estéticos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-08-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n6p695 Evidências demonstram prevalência elevada para o comportamento alimentar inadequado em atletas. No entanto, pouco se sabe a respeito dos fatores que causam impacto sobre este fenômeno nesta população. O objetivo do estudo foi associar a insatisfação corporal e o grau de comprometimento psicológico ao exercício (GCPE ao comportamento alimentar inadequado em jovens atletas de esportes estéticos. Participaram da pesquisa 47 atletas do sexo feminino de alguns esportes estéticos (ginástica artística, nado sincronizado e saltos ornamentais, com idade entre 12 e 16 anos. Para avaliar o comportamento alimentar de risco para transtornos alimentares (TA, a insatisfação corporal e o GCPE foram utilizados o Eating Attitudes Test (EAT-26, o Body Shape Questionnaire (BSQ e a Commitment Exercise Scale (CES, respectivamente. Dobras cutâneas foram aferidas para o cálculo do percentual de gordura das atletas. Os resultados apontaram associação significativa entre a insatisfação corporal e o comportamento alimentar (p<0,05, assim como entre o GCPE e o comportamento alimentar de risco para TA (p<0,05. A partir da regressão linear múltipla, todas as variáveis, com exceção do percentual de gordura, demonstraram influências sobre o comportamento alimentar de jovens atletas. Este mesmo teste também apontou influências do percentual de gordura e da insatisfação corporal sobre os escores da CES. Concluiu-se que a insatisfação corporal e o GCPE foram fatores predisponentes para o comportamento alimentar de risco em atletas de esportes estéticos.

  4. Influência da formação acadêmica em Nutrição na expressão da neofobia alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Diana Quitéria Cabral Ferreira

    Full Text Available Resumo O estudo objetivou avaliar a influência da formação acadêmica em Nutrição na expressão do comportamento alimentar neofóbico. Trata-se de um estudo transversal realizado com 247 universitários de ambos os sexos, com idade média de 24,6 ± 6,8 anos, matriculados no primeiro e no último ano de graduação em Nutrição e em outros cursos superiores da área de ciência da saúde. Foi avaliado o grau de neofobia alimentar através da Escala de Neofobia Alimentar associada a uma medida comportamental, obtida a partir da escolha entre alimentos conhecidos ou desconhecidos. De acordo com os resultados, os estudantes que estavam o início do curso de Nutrição apresentaram maiores escores de neofobia alimentar do que os do final do curso. No entanto, essa diferença não foi observada quando se comparou com os estudantes ingressantes e concluintes de outros cursos de graduação. Já na avaliação comportamental, foi visto que a maior parte dos estudantes concluintes do curso de Nutrição escolheu a preparação desconhecida, enquanto que nos demais grupos a maioria optou pela conhecida. Os resultados sugerem que a formação acadêmica em Nutrição pode ter influência sobre a expressão da neofobia alimentar.

  5. Hábitos e práticas alimentares em três localidades da cidade de São Paulo (Brasil Eating habits and practices in three localities within the city of São Paulo (Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana Pedroso de Oliveira

    1998-06-01

    Full Text Available Este trabalho teve como objetivo principal o estudo do consumo alimentar em três localidades na cidade de São Paulo. Um inquérito alimentar foi realizado, nos meses de julho e agosto de 1993, junto a trinta e duas mulheres, apresentando características socioeconômicas distintas: 11 na Favela de São Remo (baixa renda, 11 na Vila Madalena (renda média e 10 no Parque Continental (renda alta. Utilizou-se o método recordatório de 24 horas e o de freqüência alimentar, além de questões abertas sobre hábitos, práticas e estratégias alimentares. Observou-se semelhanças entre os grupos estudados, como por exemplo, o aumento do consumo de alimentos industrializados, o supermercado como principal local de compra de alimentos, a importância dada à carne, às frutas e aos legumes, a preferência por alimentos frescos em relação aos industrializados, as substituições ligadas à evolução dos preços dos alimentos e/ou preocupações com a saúde. Por outro lado, prevaleceu a diferenciação do consumo em função das condições socioeconômicas das famílias, verificada pela maior diversificação alimentar com a elevação da renda, com diferenças significativas (pThe principal objective of this study was an assessment of food consumption in three localities within the city of São Paulo. A food inquiry was undertaken in the months of July and August, 1993, involving thirty-two women who presented distinct socio-economic characteristics: eleven from São Remo shanty-town (low income, eleven from Vila Madalena (medium income and ten from Parque Continental (high income.The 24-hour recall and the eating frequency methods were used, as well as open questions about eating habits, practices and strategies. Similarities were observed among the groups studied: for example, the increase in the consumption of industrialized food-stuffs, the supermarket as the principal shopping place, the importance given to meat, fruits and vegetables in the

  6. Visão retrospectiva em fibras alimentares com ênfase em beta-glucanas no tratamento do diabetes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giane Sprada Mira

    2009-03-01

    Full Text Available Fibra alimentar refere-se aos componentes de plantas ou carboidratos análogos que são resistentes à digestão e absorção no intestino delgado humano. A American Dietetic Association recomenda ingestão de 20-35g de fibras ao dia. Evidências sugerem que uma dieta rica em fibras traz benefícios à manutenção da saúde, redução de risco e tratamento de doenças crônicas como a obesidade, doenças cardiovasculares, diverticulite e diabetes. As fibras são classificadas de acordo com a sua solubilidade em solúveis e insolúveis, com efeitos fisiológicos distintos. As insolúveis são responsáveis pelo aumento do bolo fecal e diminuição do tempo de trânsito intestinal. As solúveis retardam o esvaziamento gástrico e a absorção de glicose diminuindo a glicemia pós-prandial e reduzem o colesterol sérico devido à sua característica física de conferir viscosidade ao conteúdo luminal. As beta-glucanas são fibras altamente viscosas e seu consumo está relacionado à atenuação da resposta glicêmica e insulínica pós-prandial. A beta-glucana tem efeito sobre a degradação do amido e sobre o carboidrato disponível e conseqüentemente, sobre o índice glicêmico dos alimentos ingeridos. Recomenda-se sua ingestão com o objetivo de modular a glicemia e a necessidade de insulina, no tratamento da obesidade, doenças cardiovasculares e do diabetes. Este trabalho visa fornecer uma visão geral sobre beta-glucanas no tratamento do diabetes.Dietary fibers are defined as the component of the plants or analog carbohydrates that are resistant to digestion and absorption in the human small bowel. The America Dietetic Association recommends an ingestion of 20-30g of fiber per day. Evidences suggest that a diet rich in fibers brings benefits to health maintenance, by reducing the risk and the time of treatment of chronic diseases such as obesity, cardiovascular diseases, diverticulitis and diabetes. Fibers are classified as a soluble and

  7. Consulta de enfermagem à mulher hipertensa: uma tecnologia para educação em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Zélia Maria de Sousa Araújo Santos

    2003-12-01

    Full Text Available O trabalho objetivou a aplicação da consulta de enfermagem baseada na Teoria do Autocuidado de Orem, e a identificação da satisfação desta mulher com o engajamento no autocuidado. A consulta foi aplicada mensalmente durante seis meses em 50 mulheres. Em cada consulta foi avaliado o déficit de autocuidado e as habilidades da mulher para o desenvolvimento das atividades do autocuidado. Comprovou-se que a maioria das mulheres superou o déficit de autocuidado, adquiriu habilidades técnicas e cognitivas para o exercício das atividades de autocuidado, engajando-se no perfil desejável para a melhoria da qualidade de vida. Estas mudanças foram intensificadas a cada consulta. Constatou-se que a nova tecnologia aplicada traz influências altamente positivas para a cliente e assegura a qualidade do serviço de enfermagem.

  8. Estresse ocupacional em mulheres policiais Occupational stress among female police officers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Cecília de Souza Minayo

    2013-03-01

    Full Text Available Aborda-se o estresse ocupacional em mulheres policiais militares do Rio de Janeiro. Parte-se de uma abordagem qualitativa (entrevistas, grupos focais e observação das percepções dessas mulheres sobre diferenças de gênero no trabalho policial, relação entre estresse ocupacional e problemas de saúde e estratégias para amenizar o estresse. Participaram 42 mulheres: oficiais e praças, profissionais operacionais e de saúde. Os resultados revelam que as policiais relacionam o cotidiano do trabalho ao estresse, citam diversos sintomas e mostram como o relacionamento familiar é afetado. Seu estresse tem origem basicamente na questão organizacional e gerencial do trabalho. Discriminação de gênero e assédio são percebidos como importantes fatores estressantes. O sofrimento psíquico aparece mais fortemente entre as oficiais com cargos de chefia; e as atividades operacionais são percebidas como mais estressantes pelo risco que oferecem. O exercício físico é a estratégia considerada mais eficaz para prevenir as consequências do estresse. Conclui-se que, embora as mulheres estejam presentes na PM há muitos anos, a organização e o gerenciamento praticamente continuam sob a ótica masculina e são necessários investimentos em ações preventivas do estresse sob a perspectiva de gênero.The scope of this study is occupational stress among female police officers in Rio de Janeiro. A qualitative approach was initially used (interviews, focal groups and observations to establish their perceptions regarding gender differences in the performance of police work, the relationship between occupational stress and health issues and the strategies used to mitigate this type of stress. A total of 42 participants including female officers and staff and operational and health professionals were involved. The participants link stress to their daily work, cite a number of symptoms and show how family relationships are affected. Stress originates

  9. Violência doméstica e institucional em serviços de saúde: experiências de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2004-06-01

    Full Text Available Desenvolvido nas capitais Recife, Salvador e Aracaju, em três maternidades públicas, este estudo quantitativo objetivou identificar as manifestações da violência doméstica e institucional na mulher assistida em sub-programas do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher. Para coleta dos dados, foi utilizado um formulário semi-estruturado. A amostra caracterizou-se por mulheres jovens, domésticas, dependentes economicamente dos companheiros. A maioria das mulheres vivencia a violência conjugal, sendo a dependência financeira o motivo mais mencionado para suportá-la. A falta de vagas caracterizou a violência institucional por omissão. A pesquisa demonstrou que a vivência destas violências traz problemas de saúde para as mulheres, ou os agrava.

  10. Limites e possibilidades da militância política em um movimento social rural de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Giovana Ilka Jacinto Salvaro

    2014-05-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2014000100004 Em um contexto de lutas de gênero, nas últimas três décadas, diferentes movimentos sociais rurais de mulheres contribuíram para a produção e reconhecimento da trabalhadora rural como sujeito político de direitos. Neste artigo, com o objetivo de analisar limites e possibilidades da militância política em um movimento social rural de mulheres, articulam-se os temas lutas de gênero e subjetividades. Para tanto, são retomadas e ampliadas reflexões apresentadas em pesquisa que fundamentou a tese de doutorado, realizada no período de 2006-2010. As informações empíricas que possibilitaram a elaboração da referida pesquisa foram obtidas por meio das pesquisas documental e etnográfica, com a realização de entrevistas, o acompanhamento e a observação de atividades desenvolvidas por um movimento social rural de mulheres em três municípios da Região Sul de Santa Catarina. O processo de envelhecimento feminino e a aposentadoria, os modelos locais de agricultura, o êxodo expressivo de parcelas da população rural, a não inserção e a participação restrita de mulheres mais jovens em atividades locais do movimento se apresentam como condições de possibilidade na análise dos limites da militância política.

  11. Acolhimento e Vínculo em um Serviço de Assistência a Portadores de Transtornos Alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiane Mitleton Borges Ramos

    2013-04-01

    Full Text Available Acolhimento e vínculo são dispositivos técnicos e políticos que visam a garantir uma assistência qualificada em saúde. Este estudo teve por objetivo avaliar o acolhimento e o vínculo entre profissionais e usuários de um serviço de assistência multidisciplinar para pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares. Foram entrevistados 16 usuários e sete profissionais. Foi utilizada avaliação qualitativa de quarta geração. Os resultados foram agrupados em três unidades temáticas: postura, técnica e acesso. A análise dos dados, a partir das dimensões mencionadas, evidenciou alguns elementos necessários para que o acolhimento e o vínculo no serviço se estabelecessem: integralidade no serviço, intersetorialidade, interdisciplinaridade, formação profissional e humanização da assistência. Concluiu-se que, na perspectiva de usuários e profissionais, o serviço busca oferecer um atendimento usuário-centrado por meio de procedimentos que priorizam a dimensão humana do sujeito atendido, com considerável efetividade em suas ações, apesar de algumas limitações e deficiências.

  12. Consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, Piauí, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    CARVALHO Cecilia Maria Resende Gonçalves de

    2001-01-01

    Full Text Available Com o objetivo de estudar o consumo alimentar de adolescentes matriculados em um colégio particular de Teresina, realizou-se estudo transversal através de amostragem sistemática. A freqüência de consumo de alimentos expressa em dias por semana foi obtida mediante questionário administrado individualmente ao aluno. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal, considerando com sobrepeso valores > ou = P85. Os resultados indicam prevalência elevada de risco para o sobrepeso (19,8% nos 334 adolescentes. Os meninos consumiram com maior freqüência alimentos energéticos (milho, manteiga, pizza, lasanha, sucos industrializados, refrigerantes e construtores (frango, ovos, leguminosas em relação às meninas (p < 0,05. Os adolescentes de 10 a 13 anos consumiram com maior freqüência milho, mel, açúcar, rapadura enquanto aqueles com idade entre 17 e 19 anos consumiram mais arroz, bolos, biscoitos, rosca, balas, goma de mascar, refrigerantes, frutas verde-amarelo.

  13. ATITUDES DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO A UM PRODUTO ALIMENTAR: TENDÊNCIAS DO SETOR DE ALIMENTOS CONGELADOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gislayne Silva Goulart

    2016-03-01

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados de um estudo exploratório, que pretendeu identificar a atitude de 476 consumidores de Campo Grande/MS em relação a um produto alimentar [pão de queijo congelado] e as variáveis socioeconômicas que mais determinam a frequência de consumo do mesmo. Este estudo faz parte de uma pesquisa maior, financiada pelo CNPq, que está sendo desenvolvida em parceria entre UFMS e o SENAI/MS. Para o tratamento dos dados, foi realizada a análise estatística descritiva, seguida da análise Multinomial Logit com o auxílio do software Stata. Os resultados dessas análises permitiram identificar que independente da frequência de compra, mais da metade dos consumidores de alimentos agrupados em cada nível de frequência de compra consideram que pão de queijo congelado é sinônimo de comida prática/rápida e que as variáveis socioeconômicas – gênero, escolaridade, renda e situação conjugal são estatisticamente significativas. Assim, são determinantes da frequência de compra do produto.

  14. Incapacidade funcional em mulheres idosas de baixa renda Functional incapacity among low-income elderly women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jair Sindra Virtuoso Júnior

    2011-05-01

    Full Text Available O propósito deste estudo foi o de analisar a relação dos aspectos sociodemográficos e referentes às condições de saúde com a incapacidade funcional em mulheres idosas de baixa renda. O estudo teve delineamento transversal, com uma amostra representativa de 222 mulheres, com média de 70 anos (± 7,27, pertencentes a grupos de convivência no município de Jequié, Bahia. Foram realizadas medidas antropométricas e a aplicação de uma entrevista contemplando as variáveis: sociodemográficas, saúde física e comportamental. A análise estatística foi realizada com nível de significância pThe scope of this study was to analyze the relationship between socio-demographic and health-related aspects and functional incapacity among low-income elderly women. This cross-sectional study involved a representative sample of 222 women with mean age of 70 years (± 7.27, in community groups in the city of Jequié, in the State of Bahia, Brazil. Anthropometric measurements were taken and interviews staged to examine the socio-demographic, physical and behavioral health variables. The statistical analysis was accomplished with a level of significance of p<0.05, with calculation of the respective odds ratio in the binary logistic regression, for analysis of hierarchically-grouped factors. The prevalence of functional incapacity was 46.8% and, by using hierarchical multivariate analysis, a significant association was detected with increased age, insufficient schooling, hospitalization, lack of physical exercise throughout life and alterations in the cognitive function. The characteristics identified that associated limitations in instrumental activities in daily life suggest a complex causal network in the determination of functional incapacity in low-income elderly women.

  15. EFEITO DO TREINO NEUROMUSCULAR NA ROTAÇÃO DO JOELHO DURANTE A ATERRISSAGEM EM MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Narayana Vianna Spanó

    2016-04-01

    Full Text Available Introdução: O grande índice de lesões do ligamento cruzado anterior sem envolver contato em mulheres é motivo de curiosidade entre os cientistas, pois avaliações de aterrissagem podem sugerir a predisposição ao risco dessa lesão. Neste sentido, vários protocolos de treinamento foram utilizados como intervenção e obtiveram resultados diversificados na alteração desse fator de risco. Objetivo: O objetivo deste projeto foi avaliar as possíveis alterações de rotação do joelho na aterrissagem unipodal após a intervenção de um programa de treinamento neuromuscular. Métodos: Participaram do estudo 18 mulheres com idade entre 18 e 51 anos, que foram distribuídas em dois grupos: grupo de treinamento neuromuscular de oito semanas (GTN (n = 11 e grupo controle (GC (n = 7. Além disso, não apresentavam lesão musculoesquelética ou dores nos membros inferiores. Cada participante realizou cinco aterrissagens unipodais válidas de uma plataforma de 40 cm de altura. O processo de captura de movimento foi realizado com 12 câmeras infravermelho do sistema OptiTrack(tm para obter as coordenadas tridimensionais de marcadores fixados nos pontos anatômicos de interesse. Os sistemas de coordenadas locais da coxa e da perna foram definidos por meio dos respectivos marcadores fixados nos pontos anatômicos. Dessa forma, foram calculados os ângulos de rotação do joelho nos planos sagital, frontal e transverso através das sequências dos ângulos de Euler e as velocidades angulares através das formulações dos quatérnions. Resultados: Os resultados mostraram que houve um aumento na velocidade de rotação do joelho após o treinamento neuromuscular. Conclusão: Conclui-se que o treinamento neuromuscular resultou em maior velocidade de rotação no joelho nos 40 milissegundos que sucedem a aterrissagem unipodal.

  16. Quedas em mulheres na pós-menopausa com e sem osteporose : prevalência e fatores de risco intrínsecos

    OpenAIRE

    Raimunda Beserra da Silva

    2009-01-01

    Resumo: Objetivo: Avaliar a prevalência de quedas e correlacioná-las com a força muscular da coluna lombar e membros inferiores, flexibilidade da coluna vertebral e equilíbrio corporal em mulheres na pós-menopausa com e sem osteoporose. Sujeitos e métodos: Estudo de corte transversal com 133 mulheres com osteoporose e 133 mulheres sem osteoporose, acima de 60 anos, em amenorréia há no mínimo 12 meses, acompanhadas no Ambulatório de Menopausa do CAISM/UNICAMP. Os critérios de exclusão foram: r...

  17. Segurança alimentar em famílias com crianças matriculadas em creches públicas do Estado da Paraíba, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Dixis Figueroa Pedraza

    2013-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de insegurança alimentar e examinar fatores associados em famílias com crianças matriculadas em creches públicas do Estado da Paraíba. MÉTODOS: Estudo transversal com informações familiares sobre segurança alimentar, estado nutricional de crianças, características materno-infantis e condições socioeconômicas. Calculou-se tamanho de amostra de 365 indivíduos pelo procedimento para descrição da proporção. O estado nutricional das crianças foi analisado considerando os índices estatura/idade, peso/estatura e peso/idade. A (insegurança alimentar foi avaliada por meio da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. A associação entre as variáveis independente e dependente foi estimada aplicando-se o teste Qui-quadrado e modelo multivariado. RESULTADOS: A insegurança alimentar foi caracterizada em 62,0% das famílias, predominando as condições de insegurança leve (33,4%. As variáveis renda familiar per capita, benefício do Programa Bolsa Família, tempo de aleitamento materno total e tempo de aleitamento materno exclusivo apresentaram associação inversa significante com a insegurança alimentar. CONCLUSÃO: A renda familiar per capita foi o indicador que melhor discriminou a insegurança alimentar, o que sugere o comprometimento do acesso à alimentação e a importância da transferência de renda focalizada.

  18. Inclusão de fibra alimentar em pães isentos de glúten

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Andressa Luciane Ceccon Saueressig

    Full Text Available Resumo Foram desenvolvidas quatro formulações de pães, isentos de glúten e com a inclusão de fibra alimentar solúvel e insolúvel, avaliando suas propriedades físicas, composição química, aceitação e intenção de compra do consumidor. O padrão (1 teve a farinha de arroz, fécula de mandioca, ovo, leite em pó, óleo de girassol, sal, açúcar, fermento biológico seco e água como ingredientes. Nos demais, a fécula foi parcialmente substituída por inulina (2, farelo de arroz desengordurado e inulina (3, e farelo de arroz desengordurado (4. A cor do pão 2 diferiu apenas na casca, que ficou menos vermelha e amarela que o 1. A inclusão do farelo de arroz proporcionou coloração mais escura, vermelha e amarela à crosta e miolo dos pães 3 e 4. A perda de peso e rendimento variaram apenas em relação ao pão 2, que teve maior perda de peso e menor rendimento, provavelmente devido ao colapso da massa, que não foi capaz de manter a estrutura na fase de crescimento. O custo dos pães com inulina foi maior, pois este ingrediente é um reconhecido prebiótico, adquirido em estabelecimentos farmacêuticos; enquanto que o custo do pão apenas com farelo diminuiu, já que se trata de um subproduto industrial, obtido da extração do óleo de arroz. Na composição química, houve incremento nos teores de cinzas, proteínas e fibra alimentar, principalmente insolúvel, nos pães 3 e 4; enquanto que o pão 2 apresentou menor teor proteico e maior teor de fibra alimentar, principalmente solúvel. Nutricionalmente, admite-se incremento do valor nutricional em detrimento de carboidratos digeríveis e do valor calórico. Sensorialmente, os pães 3 e 4 tiveram menor aceitação nos atributos cor e sabor, mas não diferiram dos pães 1 e 2 nos atributos odor e textura, e na intenção de compra dos consumidores. Conclui-se que o consumo dos pães que tiveram substituição parcial da fécula é garantia de alimento com qualidade funcional

  19. Fatores associados ao excesso de peso entre mulheres

    OpenAIRE

    Lopes,Aline Cristine Souza; Reyes,Alessandra Nunes Lima; Menezes,Mariana Carvalho de; Santos,Luana Caroline dos; César,Cibele Comini

    2012-01-01

    Objetivou-se caracterizar as usuárias e identificar os fatores associados ao excesso de peso em serviço público de Promoção à Saúde (SPS). Estudo transversal com todas as mulheres de SPS, denominado Academia da Cidade. Utilizaram-se variáveis antropométricas, consumo e hábitos alimentares, e relato de morbidades. Realizou-se análise descritiva e regressão linear múltipla (p

  20. Padrões clínicos e laboratoriais de reactividade cruzada entre aeroalérgicos/alérgenos alimentares em idade pediátrica

    OpenAIRE

    Rodrigues, Cecília Ivone Reis

    2012-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado em medicina área cientifica de Alergo-Pediatria, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Introdução - A existência de reactividade cruzada entre aeroalérgenos e alérgenos alimentares é conhecida. A síndrome ácaros-marisco caracteriza-se pelo aparecimento de alergia a marisco em doentes sensibilizados a ácaros e a síndrome pólenes - frutos por alergia a frutos e vegetais frescos em doentes sensibilizados a pólenes. As mani...

  1. OS CAMINHOS DA PENHA: REDES DE PROTEÇÃO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

    OpenAIRE

    KUNZLER, GABRIELA; Detoni, Priscila Pavan

    2016-01-01

    O presente trabalho traça os caminhos feitos pelas mulheres em situação de violência doméstica e familiar para buscar formas de proteção. Realizou-se entrevistas com essas mulheres, em cinco serviços especializados que atuam junto a políticas públicas de atenção e garantia de direitos das mulheres vítimas de violência doméstica no município de Lajeado-RS. Objetivou-se dar visibilidade aos locais onde essas mulheres em situação de violência buscam auxílio, informações e garantias de direitos, ...

  2. Densidade Mineral Óssea em Mulheres Asmáticas, na Fase Perimenopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Anne K. Laatikainen

    1999-07-01

    Full Text Available RESUMO: Os corticóides inalados, constituem a terapêutica anti-inflamatória de eleição, utilizada nos asmáticos, por longos penodos.Para além dos corticóides inalados utilizados como terapêutica preventiva, a corticoterapia oral e endovenosa é por vezes necessária nos períodos de exacerbação da doença.É bem conhecido o risco de osteoporose em doentes com asma grave medicados com corticoterapta oral a longo prazo O efeito dos corticóides inalados a nivel da densidade óssea, não é bem conhecido, pelo que tem sido alvo de estudos recentes.A menopausa é considerada o principal factor de risco da osteoporose. Ainda não é bem conhecido qual o papel da asma como factor de risco de ostcoporose equal o impacto dos corticóides inalados na densitometria óssea.Os autores procederam a urn estudo inicialmente dingido a uma população de 14220 mulheres dos 47 aos 56 anos de idade (período perimenopausa, residentes na Província de Kuopio, no Leste da Finlândia.Foi enviado urn inquérito incluindo a história ginecológica, uso de terapêutica hormonal de substituição, paridade, peso, altura, actividade fisica, consumo de produtos lácteos, hábitos tabágicos, morbilidade e teraêuticas habituais. Houve resposta em 84 4% dos inquiridos.Foi realizada osteodensitometria óssea (BMD do colo do fémur esquerdo e coluna em 3222 mulheres, de acordo com um estudo randomizado simples, estratificado.Após exclusão de alguns registos considerados inválidos, a população estudada consistia em 2941 mulheres, das quais 119 eram asmáticas. A estas foi feito um inquérito adicional acerca do uso de cortticóides, dose diária, duração e regularidade.Os autores verificaram que 72 doentes (60.5% estavam medicadas com corticóides inalados. Dez asmáticas faziam regularmente corticoterapia oral. Em 61 doentes havia referência a pelo menos um curso de corticóide oral nos últimos 6 meses. Vinte e oito asmáticas nunca tinham feito terap

  3. Mulheres em idade fértil: causas de internação em Unidade de Terapia Intensiva e resultados

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cátia Millene Dell Agnolo

    2014-08-01

    Full Text Available Introdução: Pacientes obstétricas representam uma fração significativa das admissões em unidades de cuidado intensivo e consistem em um desafio para a equipe. Objetivo: Analisar as principais causas de internação e morte materna de mulheres em idade fértil ocorridas em unidades de terapia intensiva de hospitais de um município do Noroeste do Paraná, Sul do Brasil. Métodos: Estudo exploratório, descritivo, retrospectivo, realizado com mulheres em idade fértil (10 a 49 anos internadas em três unidades de terapia intensiva existentes em um município do Noroeste do Paraná, por causas obstétricas e não obstétricas, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2009. Resultados: Foram encontradas 775 internações de mulheres em idade fértil, com uma média de idade de 33,7±10,3 anos, com duração média de internação de 5,0±8,4 dias. A maior parte das mulheres era do município estudado (67,2%, com baixa escolaridade (nível primário, 68,2%. Entre as causas obstétricas de internação, a pré-eclâmpsia grave e a eclâmpsia se constituíram na principal causa (71,3%; a pielonefrite se destacou sob outras condições no período gestacional (53%. Não foi encontrada associação estatística entre internações por causas obstétricas em unidade de terapia intensiva e óbito. Conclusão: As causas não obstétricas representaram a maioria das internações de mulheres em idade fértil nas unidades de terapia intensiva do município, no período estudado e, entre as causas obstétricas, a pré-eclâmpsia grave e eclampsia constituíram a principal causa.

  4. Indicadores antropométricos de insatisfação corporal e de comportamentos alimentares inadequados em jovens atletas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: Altos valores de índice de massa corporal (IMC e percentual de gordura (%G parecem estar associados à insatisfação corporal (IC e aos comportamentos alimentares inadequados (CAI. OBJETIVO: Identificar a influência de variáveis antropométricas sobre a IC e o CAI em atletas adolescentes competitivos. MÉTODO: Trata-se de uma análise transversal com 580 participantes com idades entre dez e 19 anos de ambos os sexos, praticantes de diversas modalidades esportivas. Aplicou-se o Body Shape Questionnaire para mensurar a IC. Utilizou-se o Eating Attitudes Test para avaliar CAI. Foram aferidas dobras cutâneas para estimar o percentual de gordura (%G. Mensurou-se peso e estatura para calcular-se o IMC. Conduziu-se regressão linear múltipla para avaliar influências das variáveis independentes sobre os desfechos do estudo. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram que a IC no sexo feminino foi modulada apenas pelo %G, ao contrário do sexo masculino, em que IMC e %G, juntos, explicaram parte de sua variância (p < 0,05. O CAI no sexo masculino foi pouco influenciado pelo %G. CONCLUSÃO: O %G foi a única variável que influenciou a IC em ambos os sexos. Ademais, os CAI em jovens atletas parecem não ser influenciados por características antropométricas.

  5. Regulação emocional e atitudes alimentares em estudantes universitários : um estudo na Universidade dos Açores

    OpenAIRE

    Resendes, Hugo Filipe Rodrigues

    2012-01-01

    Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica) A incidência das Perturbações do Comportamento Alimentar tem aumentado nas últimas décadas e apresenta uma grande discrepância entre sexos, já que são raras nos indivíduos do sexo masculino mas uma das condições de saúde mais comuns nas adolescentes. São ainda escassos os dados acerca das perturbações alimentares na Região Autónoma dos Açores. Para além de o afeto negativo constituir ...

  6. Segurança alimentar e nutricional: desenvolvimento de indicadores e experimentação em um município da Bahia, Brasil

    OpenAIRE

    Martins, Bárbara Eduarda Panelli de; Santos, Sandra Maria Chaves dos; Assis, Ana Marlucia de Oliveira

    2008-01-01

    p. 65-81,jul./ago. OBJETIVO: O objetivo foi propor e aplicar uma metodologia sensível ao fenômeno da segurança alimentar e viável para o monitoramento e a avaliação em municípios de pequeno porte, tendo um município pequeno e pobre como Mutuípe, na Bahia, Brasil, como ilustração. MÉTODOS: A partir de pesquisa em várias fontes nacionais e internacionais, da seleção de um conceito guia de segurança alimentar e nutricional e da identificação das suas dimensões, foi elaborado um protocolo c...

  7. Segurança alimentar e nutricional: desenvolvimento de indicadores e experimentação em um município da Bahia, Brasil

    OpenAIRE

    Panelli-Martins,Bárbara Eduarda; Santos,Sandra Maria Chaves dos; Assis,Ana Marlúcia Oliveira

    2008-01-01

    OBJETIVO: O objetivo foi propor e aplicar uma metodologia sensível ao fenômeno da segurança alimentar e viável para o monitoramento e a avaliação em municípios de pequeno porte, tendo um município pequeno e pobre como Mutuípe, na Bahia, Brasil, como ilustração. MÉTODOS: A partir de pesquisa em várias fontes nacionais e internacionais, da seleção de um conceito guia de segurança alimentar e nutricional e da identificação das suas dimensões, foi elaborado um protocolo com 20 indicadores incluin...

  8. Análise de frações de fibra alimentar em cultivares de feijão cultivadas em dois ambientes Analysis of dietary fiber fractions in common bean cultivars in different locations

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Medianeira Grigoletto Londero

    2008-10-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi determinar as frações de fibra alimentar em cultivares de feijão obtidas em diferentes locais, com vistas à avaliação dos efeitos da interação cultivares x locais. A fibra alimentar foi determinada pelo método enzimático gravimétrico em grãos de 19 cultivares de feijão, obtidos na safra de 2004/2005, em dois municípios do Estado do Rio Grande do Sul. Interações cultivares x locais significativas foram observadas em relação aos teores de fibra alimentar total, à fibra insolúvel, à fibra solúvel e ao rendimento de grãos. A fibra alimentar total variou de 20,85% ("Macotaço", em Santa Maria a 31,35% ("Macanudo", em Pelotas. As cultivares "Macanudo" e "Guateian 6662" apresentam elevados teores de fibra alimentar total, insolúvel e solúvel, e a utilização dessas cultivares como alimento funcional nas dietas deverá ser investigada.The objective of this study was to estimate the dietary fiber fractions in common bean cultivars obtained in different locations, for evaluation of the genotype x environment interaction effects. The dietary fiber was determined by enzymatic gravimetric method in grains of the nineteen common bean cultivars, obtained in 2004/2005 crop season, in two locations of Rio Grande do Sul State, Brazil. Significant genotype x environment interactions were detected for total, insoluble and soluble dietary fiber content and grain yield. The total dietary fiber content varied from 20.85% ('Macotaço', in Santa Maria to 31.35% ('Macanudo', in Pelotas. The 'Macanudo' and 'Guateian 6662' cultivars showed high total, insoluble and soluble dietary fiber content and its utilization as a regular food in diets can be studied.

  9. Medio ambiente social y conductas alimentarias de riesgo: una exploración en mujeres adolescentes en México Ambiente social e hábitos alimentares de risco: um estudo com mulheres adolescentes no México Social environment and risky eating behaviors: an exploratory study in adolescent females in Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ietza Bojorquez

    2013-01-01

    Full Text Available Los objetivos de este trabajo fueron explorar: (1 la asociación entre medio ambiente social a niveles municipal y familiar, y conductas alimentarias de riesgo, en mujeres adolescentes; y (2 la interacción entre medio ambiente social y cultural e índice de masa corporal (IMC. La información se obtuvo de una encuesta representativa de las estudiantes de preparatoria en el Estado de México, México (15-19 años. Se aplicó un cuestionario para conductas alimentarias de riesgo y datos sociodemográficos. Se evaluó el medio ambiente social y cultural municipal mediante el índice de marginación del municipio. El análisis se hizo mediante regresión multinivel. La prevalencia de conductas alimentarias de riesgo fue 4,23%. El IMC y el nivel socioeconómico familiar se asociaron directamente con conductas alimentarias de riesgo. El índice de marginación municipal no se asoció con conductas alimentarias de riesgo. Esto puede deberse a que no se midieron los componentes relevantes del medio ambiente social y cultural, o a que el nivel municipal no ejerza un efecto contextual sobre conductas alimentarias de riesgo. El efecto del IMC sobre conductas alimentarias de riesgo fue mayor en municipios más marginados.Os objetivos deste trabalho foram: (1 explorar a associação entre ambiente social, no nível municipal e familiar, e hábitos alimentares de risco em mulheres adolescentes; e (2 explorar a interação entre ambiente social e cultural e o índice de massa corporal (IMC. Os dados foram conseguidos através de uma pesquisa representativa entre estudantes do segundo grau no Estado de México, México (15-19 anos. Foi aplicado um questionário sobre hábitos alimentares de risco e dados sociodemográficos. O ambiente social e cultural municipal foi avaliado pelo índice de marginalização do município. A análise utilizou o modelo de regressão multinível. A prevalência de hábitos alimentares de risco foi de 4,23%. O IMC e o n

  10. Composição de ácidos graxos do leite materno em mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Renata Y. Nishimura

    2013-06-01

    Full Text Available OBJETIVOS: Avaliar a composição de ácidos graxos do leite humano maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira. MÉTODOS: Amostras de leite materno maduro foram obtidas de 47 mulheres lactantes com idade entre 18 e 35 anos, que tiveram partos a termo e em aleitamento exclusivo ou predominante. A coleta de leite se deu a partir da 5ª semana pós-parto, por meio de ordenha manual. A composição de ácidos graxos do leite foi determinada por cromatografia gasosa. RESULTADOS: Verificou-se que a concentração de eicosapentaenoico (0,08% foi superior ao observado em estudos brasileiros prévios. Entretanto, o teor de docosahexaenoico (0,09% encontrado no leite humano foi um dos menores já verificados no mundo. O teor de ácidos graxos trans (2,05% foi similar ao relatado em estudos nacionais prévios à obrigatoriedade de declaração do teor deste em rótulos de alimentos, sugerindo que esta medida não surtiu efeito na redução de seu teor na dieta habitual das mulheres. CONCLUSÕES: Baixo teor de docosahexaenoico e elevada concentração de ácidos graxos trans foram verificados no leite materno maduro de mulheres residentes em área distante da costa litorânea brasileira.

  11. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    OpenAIRE

    Araujo, Renata Brasil

    2010-01-01

    O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30) e 60 minutos (n = 30) de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B), Fagerström Test f...

  12. Prevalência e fatores sociodemográficos associados à fragilidade em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcella Costa Souto Duarte

    2013-12-01

    Full Text Available Estudo transversal, que objetivou de estimar a prevalência de fragilidade em mulheres idosas, residentes no município de João Pessoa, Paraíba, Brasil; e identificar possíveis associações entre a fragilidade e as variáveis sociodemográficas. A amostra foi composta por 166 idosas, entrevistadas nos domicílios, entre abril e junho de 2011. Para a coleta dos dados, utilizou-se instrumento estruturado com questões relativas às variáveis sociodemográficas e à Edmonton Frail Scale. A análise descritiva dos dados, realizada pelo programa SPSS 15.0, mostrou que a maioria das idosas (60,8% evidenciava algum grau de fragilidade. Entre elas, 21,7% eram aparentemente vulneráveis, 23,5%, com fragilidade leve, 7,8%, moderada, e 7,8%, e grave. Verificou-se associação do fenômeno com idade, escolaridade e renda, condições sobre as quais os enfermeiros devem atuar com vistas à prevenção do evento.

  13. PERSPECTIVAS PARA A HUMANIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA REDE DE ATENDIMENTO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA: A CASA DA MULHER BRASILEIRA

    OpenAIRE

    Borges Vieira de Carvalho, Grasielle; UNIT; Bertolin, Patrícia Tuma Martins; UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE DE SÃO PAULO/SP

    2016-01-01

    A rede de enfrentamento à violência contra a mulher iniciou sua estruturação, principalmente, após a promulgação da Lei Maria da Penha, em 2006, com a elaboração do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à violência e o respectivo Plano Nacional. Após aproximadamente 10 anos da publicação da referia lei, a rede de proteção está sendo ampliada com a implantação do Programa do Governo Federal – “Mulher, Viver sem Violência”. Um dos eixos do programa é a implantação da Casa da Mulher Brasileira em to...

  14. Mulher climatérica: uma proposta de cuidado clínico de enfermagem baseada em ideias freireanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Rejane Pinheiro Maciel Vidal

    2012-08-01

    Full Text Available O estudo objetiva dialogar entre os conceitos cuidar e educar e propor uma estratégia de educação em saúde como possibilidade de cuidado clínico de Enfermagem para mulheres no climatério baseada nos princípios educativos de Paulo Freire. Ao longo dos anos, diferentes paradigmas de Educação em Saúde são condicionados por diferentes estratégias, muitas delas reducionistas, o que requer questionamentos e implementação de ações mais integrantes e participativas. A partir deste pensamento, buscamos uma possibilidade de educação que contemple o Outro em sua complexidade, possibilitando que a mulher em sua fase climatérica possa também ser assistida de forma integral. Neste cenário, visualizamos os princípios de Paulo Freire como marco norteador para este desenvolvimento, por ele mostrar uma educação dialogada, solidária, sem arrogância, articulando o saber científico com o conhecimento popular, traduzindo seu método em um trabalho coletivo.

  15. Assistência ao parto de mulheres negras em um hospital do interior do Maranhão, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ilka Kassandra Pereira Belfort

    Full Text Available Resumo Há no Brasil poucos estudos que considerem a cor como um possível fator de aumento de vulnerabilidade à perda da saúde, que analisem a morbidade levando em consideração a cor/raça das pessoas, especialmente os que abordam a saúde reprodutiva. Estudos realizados nos últimos anos evidenciaram diferenças importantes entre as taxas de mortalidade materna de mulheres de cor branca, parda e preta. Supõe-se que essas diferenças sejam decorrentes de falta de acesso a serviços de saúde e/ou da pior qualidade da assistência prestada amulheres negras. Há poucos estudos que analisam como se dá o atendimento pré-natal e ao parto considerando a cor das mulheres, especialmente em pequenos municípios, em regiões mais carentes do país. Este estudo objetiva descrever como ocorre a assistência ao ciclo gravídico puerperal de mulheres negras residentes no município de Icatu, no Maranhão. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória desenvolvida com puérperas que tiveram parto no Hospital Municipal da cidade. Foram entrevistadas 26 mulheres negras que aceitaram participar da pesquisa. A idade variou de 10 a 39 anos, com 50% de 20 a 24 anos. A maioria estava em união estável, 46,2% iniciaram a vida sexual antes de 15 anos, e 53,8%, entre 16 e 20 anos. Constatou-se que a maioria iniciou o pré-natal no primeiro trimestre e teve seis consultas ou mais durante o acompanhamento. Todas as mulheres de cor preta e a maioria das de cor parda tiveram anemia ferropriva no período gestacional. Elas gostariam de ser escutadas na hora do parto e de receberem mais atenção, com maior acolhimento.

  16. REPERCUSSÕES DA LEI MARIA DA PENHA NA VIDA DE MULHERES EM SALVADOR: PERSEGUINDO HISTÓRIAS DE VIDA

    OpenAIRE

    do Carmo, Juliana Reis; Passos, Elizete Silva

    2015-01-01

    O objeto de investigação da pesquisa é a repercussão da Lei Maria da Penha para a violência contra a mulher no município de Salvador /Ba. Se verificará em que medida as políticas públicas de defesa da mulher têm dado maior segurança a elas no enfrentamento da violência doméstica e familiar. Analisando questões referentes às políticas públicas e à sua imprescindibilidade para se garantir o exercício de direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, o artigo buscou uma perspectiva crítica sob...

  17. Feminismo em movimento: temas e processos organizativos da Marcha Mundial das Mulheres no Fórum Social Mundial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Miriam Nobre

    2003-01-01

    Full Text Available http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2003000200019 O texto apresenta uma comparação entre o surgimento e desenvolvimento do processo Fórum Social Mundial e a Marcha Mundial das Mulheres no Brasil. O Fórum teve uma enorme contribuição para historicizar a globalização capitalista e mudar os termos do debate, e o movimento de mulheres tem sua trajetória imersa neste contexto, assim como o feminismo tem um grande potencial para desnaturalizar o discurso sobre a globalização e a economia neoliberal. O texto também mostra as relações construídas entre os movimentos sociais e suas agendas em comum que vêm se expressando no conjunto das ações do movimento antiglobalização.

  18. Avaliação da associação da osteoporose com o equilíbrio postural em mulheres pós-menopausa

    OpenAIRE

    Guilherme Carlos Brech

    2012-01-01

    INTRODUÇÃO: A incidência da osteoporose vem aumentando, assim como as quedas e as fraturas relacionadas. O objetivo geral do presente estudo foi avaliar o equilíbrio postural de mulheres pós-menopausa com e sem osteoporose lombar. O objetivo específico foi avaliar a correlação entre o grau de cifose torácica e a dosagem de 25 OH vitamina D com o equilíbrio postural em mulheres pósmenopausa com osteoporose lombar. MÉTODOS: Foram avaliadas 126 mulheres pós-menopausa entre 55-65 anos, divididas ...

  19. Prevalência de osteoporose e fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa atendidas em serviços de referência

    OpenAIRE

    Bandeira, Francisco; Carvalho, Eduardo Freese de

    2007-01-01

    Este estudo tem por objetivo verificar a prevalência de osteoporose e a presença de fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa. Foram estudadas, em serviços de referências, 627 mulheres com idade acima de 50 anos, com média de idade de 63,9 ± 8,3 anos, tempo de menopausa de 16,2 ± 8,6 anos, e índice de massa corpórea de 26,6 ± 4.3 Kg/m2. A prevalência de osteoporose foi de 28,8% na coluna lombar e de 18,8% no colo do fêmur. Esta foi maior nas pacientes que apresentaram história de fratu...

  20. Associação entre consumo alimentar, atividade física, fatores socioeconômicos e percentual de gordura corporal em escolares

    OpenAIRE

    D’Avila, Gisele Liliam; Silva, Diego Augusto Santos; Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de

    2016-01-01

    Resumo O objetivo do artigo foi verificar a associação entre consumo alimentar, atividade física, fatores socioeconômicos e percentual de gordura corporal em escolares de 7 a 14 anos de idade. Estudo transversal realizado com amostra probabilística de 2481 escolares matriculados em escolas públicas e privadas de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. O percentual de gordura corporal foi investigado por meio das dobras cutâneas do tríceps e subescapular. Foram realizadas análises brutas e ajus...

  1. Avaliação de atrativos alimentares utilizados no monitoramento de mosca-das-frutas em pessegueiro na lapa- PR

    OpenAIRE

    Monteiro,Lino Bittencourt; May De Mio,Louise Larissa; Motta,Antônio Carlos Vargas; Serrat,Beatriz Monte; Cuquel,Francine Lorena

    2007-01-01

    As moscas-das-frutas do gênero Anastrepha são uma praga-chave na cultura do pessegueiro no Paraná. Atrativos alimentares foram testados para determinar a sua eficiência no monitoramento de moscas-das-frutas capturadas em frascos caça-moscas McPhail. O experimento foi conduzido por três anos, sendo que, em 2002, foram testados como atrativo o suco de uva da marca Maguari®, o hidrolisado enzimático de proteína da marca BioAnastrepha® e o vinagre da marca Chemin Agrin®. Nos dois anos seguintes, ...

  2. Perfil nutricional e alimentar de escolares matriculados em uma escola municipal = Nutritional and food profile of schoolchildren enrolled in a municipal school

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Coleone, Joane Diomara

    2017-01-01

    Full Text Available Objetivo: Conhecer o perfil nutricional e alimentar de escolares matriculados na Escola Municipal de Ipiranga do Sul. Materiais e Métodos: Estudo transversal com 113 escolares de 5 a 19 anos, matriculados em uma Escola Municipal de Ipiranga do Sul (RS. Os dados foram coletados através de questionários e medidas antropométricas. As variáveis sociodemográficas investigadas foram: idade, sexo, cor, escolaridade, classe econômica e recebimento de benefício pelo Programa Bolsa Família (PBF. Avaliou-se o estado nutricional dos escolares através da classificação do índice de massa corporal para idade e circunferência do braço. Para a avaliação do consumo alimentar utilizou-se o questionário de frequência alimentar E-Kindex. Resultados: Dos 113 escolares avaliados, prevaleceu o sexo masculino, crianças, cor de pele branca, pertencentes a classe econômica B e C e sem recebimento ao PBF. A maior prevalência foi de escolares eutróficos (67,3% e com consumo alimentar adequado. Na análise bivariada entre o estado nutricional e fatores associados, observa-se que a maior prevalência de sobrepeso/obesidade esteve associada a cor de pele não branca (p=0,036, pertencer as classes econômicas C, D e E (p=0,044 e ser beneficiado pelo PBF (p=0,008. Conclusão: A maioria dos escolares apresentaram-se eutróficos, porém 30,1% estavam com excesso de peso. Destaca-se o baixo consumo diário de frutas, verduras e legumes, apesar da aparente adequação do consumo alimentar. Ações de educação alimentar e nutricional, previstas no Programa Nacional de Alimentação Escolar, devem ser reforçadas, a fim de promover melhora na situação alimentar e nutricional dos escolares

  3. DANÇA CRIATIVA – BENEFÍCIOS DA SUA PRÁTICA EM MULHERES IDOSAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    A. Leiria Formigo

    2015-04-01

    Full Text Available O envelhecimento populacional tem sido uma preocupação constante dos órgãos de saúde pública dos países desenvolvidos e em desenvolvimento (Hallage, 2008. Este fenómeno é um processo complexo que envolve muitas variáveis (Mazzeo et al., 1998, nomeadamente genética, estilo de vida e doenças crónicas, que interagem entre si e influenciam significativamente o modo como alcançamos determinada idade. O aumento de esperança de vida, poderá traduzir-se não só em mais tempo de vida, mas também, e principalmente, na qualidade de vida. A prática regular de exercício físico promove o aumento de bem-estar físico, psicológico e mental diminuindo e/ou atrasando perdas de adaptabilidade, de doença, de deterioração física, de limitações funcionais e de incapacidade desta população. Neste sentido, as potencialidades do exercício físico e neste caso a dança, relacionam-se especialmente com a plenitude do ser humano, pois a educação artística apela para a totalidade do indivíduo. A vivência de experiências motoras autónomas, criativas e originais, vai permitir o ampliar da noção do real que, por sua vez, favorece a identidade própria e uma ideia alargada do mundo. Pelo que através da troca de sensações, ideias, temas, imagens e movimentos vai favorecer a aquisição de experiências diversificadas.Objectivos: Verificar os efeitos da prática da dança criativa (DC em mulheres idosas, no peso (P, altura (A, índice de massa corporal (IMC, perímetro abdominal (PA, força, resistência e flexibilidade dos membros superiores e inferiores (F, R, FL-MS/MI, mobilidade física (MF [agilidade (AG, velocidade (V, equilíbrio dinâmico (ED], resistência aeróbia (RA, satisfação com a vida (SV e níveis de ansiedade (NA

  4. Craving e prontidão para mudança em mulheres adultas jovens dependentes do tabaco

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Araujo, Renata Brasil

    2010-01-01

    Full Text Available O objetivo desta pesquisa foi analisar o craving pelo tabaco em mulheres adultas jovens, verificando se existia associação entre este e os estágios motivacionais. O delineamento foi experimental e as participantes, que tinham entre 20 e 40 anos de idade foram distribuídas, aleatoriamente, em grupos de zero (n = 30 e 60 minutos (n = 30 de abstinência do tabaco. Os Instrumentos utilizados foram Ficha com Dados Soóciodemográficos, Questionnaire of Smoking Urges Brief (QSU-B, Fagerström Test for Nicotine Dependence e University of Rhode Island Change Assessment Scale. Observou-se correlação (p < 0,005 entre: Pré-Contemplação e total de pontos do QSU-B (r = 0,465; Pré-Contemplação e Fator 2 (r = 0,485; e Manutenção e Fator 2 (r = 0,385. Conclui-se que, enquanto as mulheres em Pré-Contemplação apresentaram aumento global do craving, com forte influência do reforço negativo do tabaco, as em Manutenção, somente tiveram aumento do craving associado ao reforço negativo, sendo, esta informação, útil ao ser planejado o tratamento para esta clientela

  5. Influência da insegurança alimentar no perfil socioeconômico e custos de vida.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Yane Girolometto Ribeiro

    2015-01-01

    Full Text Available Justificativa e Objetivos: a realização desta pesquisa torna-se necessária, pois as mulheres estão mais suscetíveis à insegurança alimentar, quando comparadas aos homens, em consequência do acesso precário a renda. Considerando a importância da alimentação, condições socioeconômicas e acesso a atenção em saúde, esta pesquisa irá contribuir na qualidade de vida, levando em consideração que a insegurança alimentar poderá deteriorar o nível de bem-estar e ocasionar a incerteza sobre o abastecimento de alimentos. Com isso a presente pesquisa objetiva verificar a relação entre a insegurança alimentar e o perfil socioeconômico de mulheres atendidas na atenção primária à saúde de Santa Maria/RS, bem como verificar os custos de vida. Métodos: pesquisa quantitativa descritiva com coleta de dados primários, realizada com mulheres adultas e idosas atendidas na atenção primária de Santa Maria/RS. A coleta de dados ocorreu no período de março a abril de 2013. Entrevista por meio de questionário elaborado pela pesquisadora e a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Resultados: participaram 100 mulheres com faixa etária de 19 a 77 anos, com média de idade de 44,13 (±16,33 anos. O estado civil prevalente foi união estável com 55% e a profissão do lar 31%. O maior custo foi alimentação com 79%. Conclusão: Apesar dos anos de estudo ser igual ou maior a oito anos pode ser observado presença da insegurança alimentar leve. Descritores: Renda Familiar. Mulheres. Escolaridade. Estado Civil. Vulnerabilidade social.

  6. Identificação do papilomavírus humano por biologia molecular em mulheres assintomáticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bernadete Nonnenmacher

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação entre fatores epidemiológicos e infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 975 mulheres atendidas em um serviço público de rastreamento para o câncer cervical, em Porto Alegre, Brasil. As mulheres foram consideradas infectadas pelo HPV quando apresentaram o teste de DNA positivo para esse vírus, tanto pelo método de captura híbrida II (CH II como pelo método de reação em cadeia da polimerase (PCR. Mulheres infectadas pelo HPV foram comparadas com mulheres não infectadas oriundas da mesma população. RESULTADOS: Foram estudadas 975 mulheres. A prevalência observada de HPV (pela combinação dos métodos de DNA foi de 27%. Quando a análise de cada método de DNA foi feito isoladamente, a prevalência de HPV-DNA foi de 15% para a CH II e de 16% para PCR. Regressão logística múltipla incondicional foi utilizada na identificação dos fatores associados à infecção pelo HPV. Foi encontrada associação positiva com as seguintes variáveis: anos de escolaridade (11 anos: OR=2,05; IC95%=1,31; 3,20; referência: até oito anos de escolaridade; ser casada (OR=1,69; IC95%=0,78; 2,00; referência: ser solteira; parceiros sexuais ao longo da vida (dois parceiros: OR=1,67; IC95%=1,01; 2,77; quatro ou mais: OR=2,18; IC95%=1,15; 4,13; referência: um parceiro; idade da primeira relação sexual (15-16 anos: OR=4,05; IC95%=0,89; 18,29; referência: > ou = 22 anos. CONCLUSÕES: Vários fatores parecem estar associados à presença de infecção genital pelo HPV, especialmente aqueles referentes ao comportamento sexual (idade da primeira relação sexual, número de parceiros sexuais ao longo da vida e estado marital e aqueles relacionados à situação socioeconômica (escolaridade.

  7. Identificação do papilomavírus humano por biologia molecular em mulheres assintomáticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nonnenmacher Bernadete

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar a associação entre fatores epidemiológicos e infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 975 mulheres atendidas em um serviço público de rastreamento para o câncer cervical, em Porto Alegre, Brasil. As mulheres foram consideradas infectadas pelo HPV quando apresentaram o teste de DNA positivo para esse vírus, tanto pelo método de captura híbrida II (CH II como pelo método de reação em cadeia da polimerase (PCR. Mulheres infectadas pelo HPV foram comparadas com mulheres não infectadas oriundas da mesma população. RESULTADOS: Foram estudadas 975 mulheres. A prevalência observada de HPV (pela combinação dos métodos de DNA foi de 27%. Quando a análise de cada método de DNA foi feito isoladamente, a prevalência de HPV-DNA foi de 15% para a CH II e de 16% para PCR. Regressão logística múltipla incondicional foi utilizada na identificação dos fatores associados à infecção pelo HPV. Foi encontrada associação positiva com as seguintes variáveis: anos de escolaridade (11 anos: OR=2,05; IC95%=1,31; 3,20; referência: até oito anos de escolaridade; ser casada (OR=1,69; IC95%=0,78; 2,00; referência: ser solteira; parceiros sexuais ao longo da vida (dois parceiros: OR=1,67; IC95%=1,01; 2,77; quatro ou mais: OR=2,18; IC95%=1,15; 4,13; referência: um parceiro; idade da primeira relação sexual (15-16 anos: OR=4,05; IC95%=0,89; 18,29; referência: > ou = 22 anos. CONCLUSÕES: Vários fatores parecem estar associados à presença de infecção genital pelo HPV, especialmente aqueles referentes ao comportamento sexual (idade da primeira relação sexual, número de parceiros sexuais ao longo da vida e estado marital e aqueles relacionados à situação socioeconômica (escolaridade.

  8. Violência consentida: mulheres em trabalho de parto e parto Consented violence: women in labor and delivery

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leila Regina Wolff

    2008-09-01

    Full Text Available O parto é um evento que integra a vivência reprodutiva da mulher e seu parceiro. Os profissionais de saúde são coadjuvantes dessa vivência, desempenhando um importante papel ao colocar seu conhecimento a serviço do bem-estar da mulher e do bebê, ajudando-os no processo de parturição e nascimento de forma saudável, humana e humanizadora. Este trabalho traz uma secção da tese de doutorado de uma das autoras, com o objetivo de denunciar como se dá a assistência em muitas das instituições de saúde, e que revela como várias das circunstâncias a que a mulher está sujeita no processo de parturição se caracterizam por ações de não cuidado e/ou como desumanização. Nesse recorte destacou-se os depoimentos de parturientes que evidenciaram o não cuidado e/ou a desumanização da assistência à mulher em trabalho de parto e parto. Os relatos evidenciaram um tipo especial de violência de gênero na área da saúde, uma violência consentida, conforme opinião das autoras, que ocorre com mulheres em trabalho de parto e parto.Delivery is an event that is part of the reproductive experience of a woman and her partner. Health professionals play an important role in that experience by putting their knowledge in the service of the woman's and her baby's welfare and helping them in the childbirth process in a healthy as well as humanized manner. The present study is a section of the doctoral dissertation of one of the authors and the objective was to reveal how assistance is provided at some health institutions. Several circumstances to which the woman in labor is subject are characterized by actions that were considered as non-care and/or dehumanization. This section of the dissertation shows a special type of gender violence in the health area, a consented violence, according to the authors' opinion, which occurs with women in labor and delivery.

  9. Imagem corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares em bailarinos profissionais Body image and risk behavior for eating disorders in professional ballet dancers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lena Guimarães Ribeiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A grande preocupação com a aparência e a forma física e a constante pressão para manterem baixo peso corporal são fatores que levam a distorções da imagem corporal e tornam os bailarinos um grupo de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares (TA. O objetivo deste estudo foi avaliar a percepção da imagem corporal e sua associação com comportamentos de risco para TA em bailarinos profissionais. MÉTODOS: Foram estudados 61 bailarinos (39 mulheres e 22 homens de uma instituição representante da elite do balé clássico brasileiro. A avaliação dos comportamentos de risco para TA foi feita com base nas versões em português dos questionários Eating Attitudes Test (EAT-26 e Bulimic Investigatory Test Edinburgh (BITE. A Escala de Silhuetas de Stunkard foi utilizada para avaliação da percepção da imagem corporal. A associação entre as variáveis foi avaliada com base na razão de prevalência (RP e seus respectivos intervalos de confiança (IC de 95%. RESULTADOS: Trinta e um bailarinos (50,8% gostariam de ter a silhueta menor que a autopercebida como usual. A presença de comportamentos de risco para TA foi 2,71 vezes maior (IC 95% = 1,02 - 7,18 entre os que desejavam ter silhueta menor que a usual e 2,64 vezes maior (IC 95% = 1,20 - 5,80 entre aqueles que desejavam ter silhueta menor que a considerada mais saudável, quando comparados com os que estavam satisfeitos com a sua silhueta. CONCLUSÃO: A alta frequência de insatisfação com o corpo encontrada pode estar colaborando para ocorrência de comportamentos de risco para TA nos bailarinos investigados.INTRODUCTION AND OBJECTIVE: Great concern with physical appearance and fitness as well as constant pressure in maintaining low body weight make ballet dancers a risk group for the development of eating disorders (ED. The objective of the present study was to evaluate the body image perception and its association with risk behavior for ED

  10. (In) Segurança alimentar em familias de pré-escolares de uma zona rural do Ceará

    OpenAIRE

    Aires, Julliana dos Santos; Martins, Mariana Cavalcante; Joventino, Emanuella Silva; Ximenes, Lorena Barbosa

    2012-01-01

    OBJETIVOS: Detectar a prevalência da (in) segurança alimentar entre as famílias residentes na zona rural de Maranguape e verificar a associação entre as variáveis socioeconômicas e o grau de (in) segurança alimentar. MÉTODOS: Estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado no Centro de Saúde da Família (CSF) na zona rural de Maranguape-Ceará em setembro de 2009. A amostra constituiu-se de 200 famílias com crianças pré-escolares atendidas no CSF, sendo aplicada a Escala Brasileira de ...

  11. Educação alimentar e nutricional associada a oficinas culinárias com alunos em uma escola pública

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria de Fátima Rezende

    2015-12-01

    Atividades em Educação Alimentar e Nutricional (EAN visam práticas alimentares saudáveis. Objetivo: desenvolver ações extensionistas em EAN a escolares. Método: trata-se de pesquisa participante em cinco encontros, pela abordagem de alimentos-tema, princípios de nutrição e de medidas higiênicas. Realizaram-se oficinas culinárias e diálogos sobre os conhecimentos adquiridos. As falas foram analisadas em categorias. Resultados: os escolares demonstraram interesse pela culinária, auxiliaram nas preparações e na higiene da cozinha. Sobre as aversões a alimentos, houve superação ao degustarem os pratos elaborados. Os conhecimentos sobre alimentação e nutrição foram valorizados. Conclui-se que o grupo se constituiu agregador e facilitador nas atividades em EAN associadas a oficinas culinárias, contribuindo à formação dos escolares.

  12. Ecologia alimentar e conectividade genética de Chaetodon Striatus em um gradiente geográfico

    OpenAIRE

    Liedke, Ana Maria Rubini

    2013-01-01

    Resumo: Conhecer a ecologia alimentar de uma espécie é um aspecto importante para compreender sua biologia. A relação entre disponibilidade, qualidade do alimento e estado fisiológico reflete na distribuição e abundância de uma dada espécie, e terá influência direta no comportamento alimentar e tipo de presas. A relação entre plasticidade alimentar e fluxo gênico pode levar as populações das extremidades da distribuição a se diferenciarem e possivelmente se adaptarem aos recursos disponíveis....

  13. Estresse e ansiedade em mulheres inférteis Stress and anxiety in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone da Nóbrega Tomaz Moreira

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a freqüência de estresse e níveis de ansiedade em mulheres inférteis, de forma a obter subsídios para uma orientação psicológica específica. MÉTODOS: estudo transversal envolvendo 152 mulheres inférteis (média de idade 30,3±5,4anos, e 150 controles saudáveis (25,7±7,9 anos. Todas as voluntárias foram avaliadas com a aplicação do Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp e Inventário de Ansiedade Traço-Estado. As variáveis dependentes foram: freqüência de estresse e escores de ansiedade (estado e traço. A análise estatística compreendeu a utilização dos testes chi2 e Mann-Whitney, além de regressão logística para testar associações entre as variáveis dependentes e fatores de risco considerados. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: a freqüência de estresse foi maior no grupo infertilidade em relação ao grupo controle (61,8 e 36,0%, respectivamente, no entanto, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos com relação às fases do estresse e tipo de sintomatologia predominante. Em relação à ansiedade, não houve diferenças significativas entre os grupos infertilidade e controle quanto às medianas dos escores de estado (39,5 e 41,0, respectivamente e traço (44,0 e 42,0, respectivamente de ansiedade. No grupo infertilidade, os fatores de risco associados significativamente com estresse ou ansiedade foram: desconhecimento do fator causal, fase de investigação diagnóstica e ausência de filhos advindos de outros casamentos. CONCLUSÕES: as mulheres inférteis estão mais vulneráveis ao estresse, no entanto, são capazes de responder aos eventos estressores de forma adaptativa, sem comprometimentos mais sérios nas áreas física e psicológica.PURPOSE: to assess the frequency of stress and anxiety levels in infertile women, in order to obtain data for specific psychological intervention. METHODS: a cross-sectional study involving 152 infertile

  14. Frequência de comportamentos alimentares inadequados e sua relação com a insatisfação corporal em adolescentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Tatiana Araújo Bertulino da Silva

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a relação entre a frequência de insatisfação com a imagem corporal e a presença de sintomas de transtornos alimentares em adolescentes. MÉTODOS: O estudo foi realizado com uma amostra de 300 adolescentes, de ambos os sexos, na faixa etária de 10 a 17 anos, estudantes de uma escola pública estadual da cidade do Recife, Brasil. Foram utilizadas as versões brasileiras para adolescentes de três escalas autoaplicativas (EAT-26, BITE e BSQ, além de um questionário contendo dados biodemográficos. RESULTADOS: A frequência de sintomas de transtornos alimentares detectada pelo EAT-26 foi de 32,3%; 2,3% para comportamentos sugestivos de bulimia nervosa, por meio da escala BITE, tendo 36,67% dos alunos apresentado padrão alimentar não usual; 5,6% apresentaram insatisfação com a imagem corporal; 8,6% demonstraram tendência à preocupação com a insatisfação com a imagem corporal e 17,6% apresentaram leve insatisfação, além de 66,3%, que mostraram normalidade em relação à sua forma corporal. CONCLUSÃO: Os adolescentes apresentaram níveis de alteração na autoimagem corporal, com alta frequência de insatisfação da imagem corporal, podendo apresentar associação com comportamentos alimentares inadequados.

  15. Reprodutibilidade e validade de um questionário de frequência alimentar por grupos de alimentos, em adultos da Região Metropolitana de Porto Alegre, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fátima Carina de Souza Machado

    2012-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Testar reprodutibilidade e validade por grupos de alimentos de um questionário de frequência alimentar, desenvolvido para indivíduos adultos residentes no Sul do Brasil. MÉTODOS: Dois questionários de frequência alimentar e três inquéritos recordatórios de 24 horas foram aplicados a 128 participantes, com idade entre 20 e 69 anos. Os alimentos foram agrupados em 19 grupos previamente definidos. As análises foram realizadas com dados brutos e corrigidos pela energia. RESULTADOS: Apenas nas estimativas de ingestão dos grupos de folhosos e de leguminosas observaram-se diferenças estatisticamente significantes entre os dois questionários de frequência alimentar. Os coeficientes de correlação, corrigidos pela energia, entre os questionários variaram de 0,53 (embutidos e presuntos a 0,85 (bebidas alcoólicas e leite e derivados light. Quanto à validade, ambos os questionários produziram tanto estimativas de ingestão mais altas como mais baixas do que a média dos inquéritos recordatórios de 24 horas. O coeficiente de correlação médio entre cada questionário e os inquéritos recordatórios de 24 horas foi de 0,39 para o questionário de frequência alimentar 1, e de 0,40 para o questionário de frequência alimentar 2. Os coeficientes de correlação foram iguais ou maiores que 0,40 para 9 grupos alimentares no questionário de frequência alimentar 1, e para 11 grupos no questionário de frequência alimentar 2. Os percentuais médios de classificação no mesmo terço, pelos dois métodos, foram 49% para o questionário de frequência alimentar 1, e 48% para o questionário de frequência alimentar 2. Os valores de Kappa ponderado variaram de -0,04 (bebidas não-alcoólicas a 0,69 (leite e derivados light, considerando ambos os questionários. CONCLUSÃO: O questionário de frequência alimentar baseado em grupos de alimentos representa uma boa alternativa para avaliar o hábito alimentar, com a vantagem de ter uma

  16. Prevalência de DST, padrão de comportamento e aspectos relacionados a saude reprodutiva das mulheres atendidas em unidade básica de saúde em Vitória, ES

    OpenAIRE

    Barcelos, Mara Rejane Barroso

    2005-01-01

    Medidas preventivas e assistenciais para mulheres são importantes para a saúde pública. Os riscos associados com a saúde das mulheres incluem gravidez e maior chance de contrair DST, incluindo AIDS. Descrever a prevalência de DST, o perfil de comportamento e os aspectos relacionados à saúde reprodutiva das mulheres residentes em uma região de saúde do Município de Vitória, Brasil. Estudo transversal realizado de julho de 2003 a març o de 2004 em umaárea assistida pelo Programa de Saúde da Fa...

  17. Representações da mulher em cartas bíblicas analisadas sob a perspectiva sistêmico-funcional

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Maria Rossi

    2014-02-01

    Full Text Available Este artigo tem como objetivo analisar como a linguagem é usada para representar a mulher em duas cartas bíblicas do Novo Testamento sob o enfoque da Gramática Sistêmico-Funcional, de Halliday e Matthiessen (2004. Para isso, utilizamo-nos de categorias que realizam as três metafunções da linguagem. Na metafunção ideacional, ocupamo-nos do sistema de transitividade; da metafunção interpessoal, focalizamos o sistema de MODO e a polaridade; na metafunção textual, detemo-nos na estrutura temática. A análise conjunta dessas categorias evidenciou que a escolha pelo Tema Ideacional conjugada à função de fala proposta direcionada à mulher e às funções léxico-gramaticais de Ator, Experienciador e Portador desempenhadas por esse participante representam a mulher principalmente como submissa ao homem, ao marido e à sociedade.

  18. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Nascimento,Carlos Alberto Domingues do; Bezerra,Simone Maria Muniz da Silva; Angelim,Ednalva Maria Sampaio

    2013-01-01

    O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirur...

  19. Hábitos alimentares aterogênicos de grupos populacionais em área metropolitana da região sudeste do Brasil Atherogenic alimentary habits of population groups in a metropolitan area of southeastern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ignez Salas Martins

    1994-10-01

    Full Text Available Em amostra representativa da população de duas áreas de estudo (568 indivíduos, Município de Cotia, SP, Brasil, foi realizado inquérito alimentar, baseado na história alimentar do indivíduo. Os objetivos foram: identificar o potencial aterogênico de dietas de diferentes agrupamentos humanos, estratificados em classes sociais e analisar diferenciais de consumo de alguns nutrientes, que conferem aterogenicidade à dieta entre esses agrupamentos. Foram analisados diferenciais de consumo, entre homens e mulheres, segundo classes sociais e tomando-se como referência o percentil 50 (P50 da amostra, dos seguintes constituintes da dieta: energia, proteínas totais, proteínas de origem animal, percentagem de calorias protéicas (P%, ácidos graxos, gorduras, carboidratos. Seguindo esse critério, foram analisados perfis de dieta em relação às recomendações do National Cholesterol Education Program (NEP no que diz respeito às calorias fornecidas pelas gorduras (G >30%, ac. graxos saturados (AGS> 10%, carboidratos (HC>60% e colesterol (>300mg/dia. Os resultados mostraram que os diferenciais de consumo foram mais pronunciados entre os homens do que entre as mulheres. As classes sociais, entre os homens, que apresentaram maiores percentuais acima do P50 da amostra, no que diz respeito à energia , proteínas totais, gorduras e carboidratos, foram as representadas pelos trabalhadores não qualificados, que se dedicam a trabalhos braçais com alto consumo energético e a dos pequenos proprietários e comerciantes. A classe de maior poder aquisitivo e nível educacional apresentou consumo moderado desses constituintes. O consumo de proteínas de origem animal, acima do P50, entre homens e mulheres, guardou relação direta com o nível socioeconômico da classe . A participação calórica das gorduras (G% e proteínas (P% foi diretamente proporcional ao poder aquisitivo da classe, ao passo que a dos carboidratos (HC% guardou relação inversa

  20. Prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres com infertilidade Prevalence of thrombophilic factors in infertile women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana de Góes e Silva Soligo

    2007-05-01

    Full Text Available OBJETIVO: determinar a prevalência dos fatores trombofílicos em mulheres inférteis. MÉTODOS: estudo de corte transversal, no qual foram admitidas mulheres inférteis atendidas em clínica privada e submetidas à investigação de trombofilia, conforme protocolo da referida clínica, no período de março de 2003 a março de 2005, após aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. Foram incluídas mulheres com história de infertilidade, definida como um ano de coito desprotegido sem concepção. Foram excluídas mulheres com hepatopatia e dados incompletos em prontuário, obtendo-se uma amostra de 144 mulheres. Os fatores trombofílicos avaliados foram: o anticorpo anticardiolipina (ACL, o anticoagulante lúpico (ACGL, a deficiência de proteína C (DPC, a deficiência de proteína S (DPS, a deficiência de antitrombina III (DAT, a presença do fator V de Leiden, uma mutação no gene da protrombina e a mutação do metileno tetrahidrofolato redutase (MTHFR. Resultados: os valores de prevalência obtidos para ACL e ACGL foram de 2%. A prevalência dos fatores trombofílicos hereditários foram: DPC=4%, DPS=6%, DAT=5%, fator V de Leiden=3%, mutação da protrombina=3% e mutação MTHFR=57%. CONCLUSÕES: das 144 pacientes selecionadas, 105 mulheres, ou seja, 72,9% apresentavam pelo menos um fator trombofílico presente. Isto reforça a importância e justifica a necessidade da investigação destes fatores neste grupo de mulheres.PURPOSE: to establish the prevalence of thrombophilic factors in infertile women. METHODS: a cross-sectional study was performed, in which infertile women, seen in a private clinic with investigation for thrombophilia were included, according to the protocol of the clinic, between March 2003 and March 2005, after the approval of the Research Ethics Committee of the Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP. One hundred and forty-four infertile women without any liver

  1. Prevalence and multiplicity of HPV in HIV women in Minas Gerais, Brazil Prevalência e multiplicidade do HPV em mulheres infectadas pelo HIV em Minas Gerais

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Christine Miranda Corrêa

    2011-08-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To detect the frequency and subtypes of HPV in the uterine cervix of HIV-infected women. METHODS: Sample consisted of 288 HIV-infected women, recruited from the public health system of five cities of Minas Gerais, Brazil. Women were seen from August 2003 to August 2008. Cervical samples were collected for cytological analysis and for HPV DNA detection, using polymerase chain reaction (PCR. HPV DNA was classified according to its oncogenic potential in low risk (types 6, 11 and high risk (types 16, 18, 31, 33, 35. Colposcopy was performed, followed by cervical biopsy when necessary. Categorical variables were compared using the Chi-squared test, with a significance level established at the 5% level. RESULTS: HPV prevalence was 78.8%. Most frequent genotypes were HPV-6 (63.9% and HPV-16 (48.5%. High-risk HPV were observed in 70.5% of the women; low-risk in 71.4%; both high and low-risk HPV were detected in 55.1% of the patients. Multiple HPV genotypes were detected in 64.8% of the patients; two genotypes in 23.8%, and three in 18.9%. CONCLUSION: HPV prevalence was high among HIV-infected women. Multiple HPV genotypes were common in samples from the uterine cervix of HIV-infected womenOBJETIVO: Detectar a frequência e os subtipos do HPV na cérvice uterina de mulheres infectadas pelo HIV. MÉTODOS: A amostra era composta por 288 mulheres infectadas pelo HIV, recrutadas do sistema público de saúde de cinco cidades de Minas Gerais, Brasil. As mulheres foram avaliadas de agosto de 2003 a agosto de 2008. Amostras cervicais foram coletadas para análise citológica e para detecção do HPV DNA, usando a reação em cadeia de polimerase (PCR. O HPV DNA foi classificado de acordo com seu potencial oncogênico em baixo risco (tipos 6,11 e alto risco (tipos 16, 18, 31, 33, 35. Foi realizada colposcopia, seguida de biópsia cervical, quando indicada. Variáveis categóricas foram comparadas usando o teste do quiquadrado, com nível de signific

  2. Preocupação e insatisfação com o corpo, checagem e evitação corporal em pessoas com transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angela Nogueira Neves Betanho Campana

    2012-12-01

    Full Text Available Este estudo teve por objetivo avaliar aspectos da imagem corporal em uma amostra de pessoas com anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno alimentar não-especificado. A amostra foi composta por 14 voluntárias atendidas pelo Ambulatório de Transtornos Alimentares da Universidade Estadual de Campinas. O Software de Avaliação Perceptiva foi utilizado para avaliar a insatisfação com o corpo. A preocupação com o corpo, checagem e evitação corporal foram avaliadas pelo Body Shape Questionnaire, Body Checking Questionnaire e Body Image Avoidance Questionnaire, respectivamente. A análise descritiva e as correlações entre as medidas mostraram elevados níveis de insatisfação, checagem, evitação e preocupação com o corpo, com associações significantes. Estes achados evidenciaram a importância dos parâmetros investigados na dinâmica dos transtornos alimentares. Conhecer esses componentes da imagem corporal favorece a ampliação das possibilidades de melhor compreender como se organiza a representação mental do corpo dessas pacientes e planejar mais cuidadosamente as intervenções no decurso do tratamento.

  3. Padrão alimentar, asma e sibilo atópico e não atópico em crianças e adolescentes: estudo SCAALA, Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silvana D'Innocenzo

    2014-09-01

    Full Text Available Avaliou-se, em estudo transversal, a influência do padrão alimentar sobre a ocorrência de sibilo e asma atópica e não atópica em 1.168 crianças e adolescentes em Salvador, Bahia, Brasil. Sibilo e sintomas de asma nos últimos 12 meses foram obtidos por meio do questionário ISAAC. Atopia foi definida pela presença de IgE específica a aerolérgenos. Questionário de frequência alimentar foi usado para definir padrões alimentares. Empregou-se regressões logística e logística politômica multivariadas. O consumo de pescados reduziu a ocorrência de sibilo em 27% (IC95%: 0,56-0,94 e asma em 37% (IC95%: 0,47-0,83; asma não atópica em 51% (IC95%: 0,31-0,79 e sibilo não atópico em 38% (IC95%: 0,46-0,83. O maior tercil do padrão alimentar reduziu o sibilo em 27% (IC95%: 0,57-0,95, sibilo atópico em 46% (IC95%: 0,30-0,98, asma em 36% (IC95%: 0,49-0,83 e asma atópica em 50% (IC95%: 0,28-0,89. O consumo de pescados pode conferir efeito protetor para sibilo e asma não atópica e o padrão alimentar para sibilo e asma atópica.

  4. Comportamento alimentar e imagem corporal entre estudantes de medicina

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lúcia Magalhães Bosi

    Full Text Available Transtornos do comportamento alimentar (TCA tendem a ocorrer entre mulheres jovens, colocando universitárias como grupo de risco. Este estudo visa identificar comportamentos alimentares e imagem corporal como fatores de risco para TCA em estudantes de Medicina. É um estudo transversal com amostra aleatória representativa,que utilizou o índice de massa corporal (IMC autorreferido; o BodyShapeQuestionnaire (BSQ ; o BulimicInvestigatory Test Edinburgh (Bite ;e o EatingAttitudes Test (EAT-26 . A estatística foi descritiva,com teste do qui-quadrado e Anova,e nível de significância p<0,05. Asmédias(DP de idade e IMC foram20,8 (2,2 anos e 21,5 (2,6 kg/m². As prevalências foram: 27,7% apresentaram distorção da imagem corporal pelo BSQ; 31,7% expressaram comportamento alimentar anormal e 6,3% com risco para bulimia pelo Bite, sendo que 7,9% apresentaram sintomas com gravidade moderada/intensa; 19% tiveram risco de desenvolver distúrbios alimentares pelo EAT-26. Houve associação significativa entre IMC, imagem corporal e risco para TCA. Alunas de Medicina apresentaram risco subclínico ou estágio inicial de TCA e precisam de atenção para que estes distúrbios não prejudiquem sua saúde e prática profissionais.

  5. Influência de variáveis clínicas na capacidade funcional de mulheres em tratamento quimioterápico

    OpenAIRE

    Thaís Cristina Elias; Lorena Campos Mendes; Maurícia Brochado Oliveira Soares; Vanderlei José Haas; Sueli Riul da Silva

    2015-01-01

    Resumo Objetivo: Avaliar a influência do protocolo quimioterápico e tipo tumoral sobre a capacidade funcional de mulheres diagnosticadas com câncer ginecológico, câncer de mama e doença trofoblástica gestacional durante o tratamento quimioterápico. Métodos: Trata-se de um estudo observacional e retrospectivo com abordagem quantitativa e delineamento longitudinal. Participaram do estudo 438 mulheres em tratamento quimioterápico, em um hospital de clínicas no período de janeiro de 2000 a deze...

  6. Sintomas climatéricos e fatores associados em mulheres HIV soropositivas = : Menopausal symptoms and associated factors in HIV-positive women

    OpenAIRE

    Jeffrey Frederico Lui Filho

    2013-01-01

    Resumo: Introdução: Com o surgimento da terapia antirretroviral ocorreu significativa queda da mortalidade por doenças relacionadas ao HIV, transformando assim esta infecção em uma doença crônica. Com o envelhecimento, maior sobrevida da população infectada e, também, pelo surgimento de novos casos na faixa etária climatérica, tem havido aumento significativo na prevalência de mulheres portadoras desse vírus em idade mais avançada. Estudos atuais sugerem que estas mulheres experimentam a meno...

  7. Drenagem linfática manual em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Arruda, Lilia [UNIFESP

    2015-01-01

    Introdução: A drenagem linfática manual (DLM) tem se estabelecido como parte integrante nos tratamentos do edema linfático após cirurgias plásticas porém com poucas evidências. Objetivo: Avaliar o efeito da drenagem linfática em mulheres submetidas à dermolipectomia de coxas após cirurgia bariátrica. Médotos: Foram selecionadas 20 mulheres, com idade entre 20 e 60 anos, distribuídas aleatoriamente, em 02 grupos com 10 pacientes. As pacientes do grupo estudo realizaram 06 ...

  8. Dependência para alimentar-se e consumo alimentar em idosos hospitalizados Dependencia para alimentarse y consumo alimentario en ancianos hospitalizados Dependence to feed itself and food consumption in hospitalized elderly

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Arethusa Sass

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi verificar a associação entre o consumo alimentar e a dependência para alimentar-se em idosos hospitalizados, os quais foram entrevistados nas primeiras 24hs após internação na clínica médica de um hospital geral. Participaram da pesquisa 75 idosos com idade média de 70,9 anos, sendo 58,7% do sexo masculino e 17,3% com dependência para alimentar-se. Não foi evidenciada associação entre dependência para alimentar-se e o consumo de alimentos energéticos e construtores, mas o foi para o consumo dos alimentos reguladores como o alho e cebola (p=0,00 e o de água (p=0,04. Sugere-se a necessidade de orientação nutricional aos cuidadores, visto que a dependência para alimentar-se se associa ao baixo consumo de água entre idosos.El objetivo del estudio fue verificar la asociación del consumo alimentario y la dependencia para alimentarse en ancianos hospitalizados, los cuales fueron entrevistados en las primeras 24hs después de la internación en la clínica médica de un hospital general. Participaron de la investigación 75 ancianos con edad media de 70,9 años, siendo 58,7% del sexo masculino y 17,3% con dependencia para alimentarse. No fue evidenciado asociación entre dependencia para alimentarse y el consumo de alimentos energéticos y constructores, pero lo fue para el consumo de los alimentos reguladores como el ajo y cebolla (p=0,00 y el de agua (p=0,04. Se sugiere la necesidad de orientación nutricional a los cuidadores, visto que la dependencia para alimentarse se asocia a bajo consumo de agua entre ancianos.The objective of the study was to verify the association of food intake and the dependence to be fed in hospitalized elderly individuals who were interviewed in the first 24 hours after admission to a general hospital. Participated in the research 75 individuals average 70.9 years old, being 58.7% male and 17.3% showing dependence to be fed. There was no evident association between dependence

  9. MULHER E MERCADO DE TRABALHO NO BRASIL: NOTAS DE UMA HISTÓRIA EM ANDAMENTO

    OpenAIRE

    dos Santos Vasconcelos, Iana

    2013-01-01

    O presente artigo aborda a inserção da mulher no mercado de trabalho no Brasil e os impactos das transformações econômicas, políticas e sociais, ocasionadas na perspectiva de compreender as novas configurações do trabalho, e especialmente a condição da mulher neste campo. Uma reflexão dessa natureza requer uma análise que contemple as estratégias de sustentação do capital, os papéis sociais atribuídos a mulheres e homens na divisão sexual do trabalho e as condições dadas à mate...

  10. Qualidade do sono e qualidade de vida em mulheres portadoras do HIV/AIDS

    OpenAIRE

    Priscila Craveiro Junqueira

    2008-01-01

    INTRODUÇÃO: Tem-se afirmado que os distúrbios do sono começam precocemente na doença do HIV. Avaliamos as características do sono e a Qualidade de Vida (QV) de mulheres portadoras de HIV/AIDS. MÉTODO: Realizado no Centro Corsini o grupo-estudo foi composto por 30 mulheres portadoras de HIV/AIDS, idade média 35,4 anos. O grupo-controle foi composto por 30 mulheres que desconheciam seu diagnóstico para HIV do Centro de Saúde 31 de Março. Instrumentos: Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, ...

  11. Desenvolvimento e validação de equação preditiva da gordura visceral em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribu

    2012-04-01

    Full Text Available DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n3p333 Os métodos atualmente disponíveis para avaliação da obesidade visceral apresentam limitações, tornando-os inviáveis para avaliação em grandes grupos de indivíduos. Esse estudo teve por objetivo desenvolver e validar equação preditiva para estimar a área de tecido adiposo visceral em mulheres jovens. Foram estudadas 64 mulheres entre 19 e 36 anos. As seguintes variáveis foram avaliadas: volume de gordura visceral (VGV (medido pela ultra-sonografia, Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura, Razão Cintura-Estatura (RCE, Razão Cintura-Quadril, Índice de Conicidade, Perfil Lipídico e Glicemia de Jejum (GJ. As mulheres foram divididas em dois grupos: desenvolvimento (n=48 e validação (n=16 da equação. Foram propostas e validadas três equações para estimativa do VGV: Equação 1: VGV=-31,888+(4,044xIMC; Equação 2: VGV= -51,891+(248,018xRCE; Equação 3: VGV= -130,941 +(198,673 * RCE + (1,185xGJ, com poder preditivo de 34%, 24% e 45%, respectivamente. Não foi observada diferença estatisticamente significante entre os valores de VGV avaliados pela ultrassonografia e estimados pelas equações preditivas no grupo de validação. As equações propostas podem ser utilizadas para calculo do VGV de mulheres jovens, quando os exames de imagem não estiverem disponíveis, sendo uma ferramenta valiosa para estudos epidemiológicos e serviços de saúde.

  12. Prevalência de insegurança alimentar e fatores associados em domicílios cobertos pela Estratégia Saúde da Família em Teresina, Piauí, 2012-2013

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rocilda Cleide Bonfin de Sabóia

    Full Text Available OBJETIVO: analisar a prevalência de insegurança alimentar e associação com fatores socioeconômicos e demográficos entre famílias assistidas pela Estratégia Saúde da Família em Teresina-PI, Brasil. MÉTODOS: estudo transversal, de 2012-2013, com 323 famílias cujos chefes responderam aos questionários. RESULTADOS: encontrou-se prevalência de insegurança alimentar 35,6% leve, 16,1% moderada e 13,3% grave; houve associação entre (i insegurança alimentar leve e residência de alvenaria acabada (odds ratio [OR]=0,57; intervalo de confiança de 95% [IC95%]:0,32;0,99, (ii insegurança alimentar moderada e menor renda per capita (OR=6,17; IC95%=1,79;21,21, residência de alvenaria acabada (OR=0,34; IC95%=0,16;0,72 e não ser o pai o chefe da família (OR=0,027; IC95%=0,09;0,81 e (iii insegurança alimentar grave e menor renda per capita (OR=3,52; IC95%=1,02;12,74, maior número de cômodos (OR=3,65; IC95%=1,31;10,15, não ser o pai o chefe da família (OR=0,19; IC95%=0,06;0,57 e ser beneficiário do Bolsa Família (OR=4,10; IC95%=1,13;14,90. CONCLUSÃO: a prevalência de insegurança alimentar mostrou-se elevada, associada aos fatores socioeconômicos e demográficos.

  13. Percepção da saúde bucal em mulheres com perdas dentárias extensas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Francieli Regina Bortoli

    Full Text Available Resumo Este escrito tem por objetivo analisar a percepção de mulheres com perdas dentárias extensas sob o olhar da bucalidade. A pesquisa foi realizada com mulheres com essas características em uma cidade de pequeno porte no estado de Santa Catarina. A entrevista semiestruturada produziu narrativas que foram gravadas e transcritas. Depois da coleta dos dados, realizou-se a análise das informações encontradas, a fim de interpretar os dados obtidos. Os dados organizados e sistematizados resultaram em seis categorias temáticas: condição socioeconômica, representação social da prótese dentária, prática odontológica, sofrimento e dor, consequências e limitações, e gênero. Algumas percepções são bem marcantes no grupo estudado: extrair os dentes para colocar prótese dentária era motivo de alegria para algumas entrevistadas; as próteses eram desejadas, pois proporcionavam dentes bonitos. Outro achado importante refere-se à extração de dentes sadios, apenas no caso das mulheres, como preparação para o casamento. O estudo evidencia a necessidade de aprofundamento da compreensão dos eventos que ocorrem na boca, seja no cuidado bucal ou nas práticas cotidianas, no intuito de melhorar o entendimento desse espaço e, ao cabo, reunir elementos para pensar e produzir outra clínica, que inclua os sujeitos com suas diferenças e diversidade cultural.

  14. Sintomas depressivos e ansiosos em mulheres com hipotireoidismo Depression and anxiety symptoms in hypothyroid women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nelson Elias Andrade Junior

    2010-07-01

    Full Text Available OBJETIVO: avaliar a associação entre hipotireoidismo e a ocorrência de sintomas depressivos e ansiosos. MÉTODOS: foi realizado um estudo do tipo caso-controle, no período de julho de 2006 a março de 2008, no qual foram incluídas 100 mulheres (50 pacientes com hipotireoidismo primário e 50 controles eutireoidianas com idade entre 18 e 65 anos. Foram avaliados idade, raça/cor da pele, estado civil, nível educacional, consumo de álcool, situação de trabalho, índice de massa corpórea e estado menopausal. Foram realizadas dosagens de TSH e utilizadas as escalas de ansiedade e de depressão de Beck em todos os casos e controles. O programa utilizado para a análise estatística foi o SPSS, versão 14. O nível de significância adotado foi pPURPOSE: to study the association between hypothyroidism and depression and anxiety symptoms. METHODS: a case-control study was carried out from July 2006 to March 2008 on 100 patients (50 patients with primary hypothyroidism and 50 euthyroid controls aged 18 to 65 years. Age, race/skin color, marital status, education level, alcohol use, working status, body mass index and menopausal status were evaluated. TSH levels were determined and the Beck Depression and Beck Anxiety Scales were applied to all cases and controls. Statistical analysis was performed using the SPSS software version 14.0. The level of significance was set at p<0.05. RESULTS: there was no demographic or epidemiologic difference between groups. The concomitant presence of anxiety and depression was five times greater among cases than among controls (20.0 versus 4.0%, p=0.01. Anxiety symptoms were approximately three times more frequent among cases (40.0% than among controls (14.0% (p=0.003, while the prevalence of depressive symptoms was 75% higher among cases (28.0% than among controls (16.0%, but this did not reach statistical significance (p=0.15. We found no association between TSH levels and the prevalence of anxiety or

  15. Freqüência de precordialgia em mulheres chagásicas e não-chagásicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santos Vitorino Modesto dos

    1998-01-01

    Full Text Available O objetivo do estudo foi comparar a freqüência de precordialgia em mulheres chagásicas com grupo de não-chagásicas. Realizou-se estudo retrospectivo, amostral, do tipo corte transversal, com mulheres (n = 647, de idade 340 anos, chagásicas (n = 362 e controles (n = 285. Precordialgia foi definida por queixa de dor retroesternal relacionada ou não a esforço físico. As chagásicas foram classificadas nas formas indeterminada (n = 125, megas (n = 58 e cardíaca (n = 179. A idade (57,0 ± 11,3 vs 57,3 ± 10,4 anos e porcentagem de brancas (75,8% vs 77,1% foram similares entre chagásicas e controles, respectivamente. Precordialgia foi mais freqüente (p < 0,01 entre chagásicas (14,6% que entre controles (5,6%, com maior prevalência na forma cardíaca (risco relativo = 2,41; variação: 1,38-4,23, fenômeno possivelmente relacionado com distúrbios de inervação autonômica cardíaca ou esofágica, ou da inflamação em território da microcirculação coronariana.

  16. Efeitos da ansiedade sobre a pressão arterial em mulheres com hipertensão

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chaves Eliane Corrêa

    2004-01-01

    Full Text Available Estudo descritivo, associativo, que objetiva conhecer a relação da ansiedade com os níveis de pressão arterial em mulheres hipertensas e da ansiedade com o tempo de tratamento da hipertensão. Foram pesquisadas 78 mulheres em tratamento para hipertensão no InCor, mediante o Inventário de Ansiedade de Spilberger - IDATE, e a pressão arterial verificada, utilizando-se da medida indireta, obtida pelo método auscultatório. Os dados foram submetidos à análise estatística, com nível de significância de 5%. A amostra apresentou traço e estado de ansiedade moderados e médias de pressão acima do normal, compatível com hipertensão estágio 1. Não houve diferença estatisticamente significante entre pressão arterial e níveis de ansiedade e entre o tempo de tratamento para hipertensão e níveis de ansiedade.

  17. HIV em mulheres de meia-idade: fatores associados HIV in middle-aged women: associated factors

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ana Lúcia Ribeiro Valadares

    2010-01-01

    Full Text Available A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV tem aumentado significativamente entre mulheres de meia-idade. Nesta revisão foi feito um levantamento de estudos recentes que buscam identificar possíveis fatores de risco associados à infecção pelo HIV em mulheres climatéricas. São abordados diversos fatores associados, como: sintomas climatéricos, mudança de comportamento do parceiro sexual frente a novos medicamentos, negociação sobre o uso de preservativos em relações sexuais, comportamento de risco para HIV, autoestima global e autoestima sexual, história pregressa de abuso sexual, uso de drogas, estereótipo da vida sexual na maturidade, uso de terapia antirretroviral e abordagem da função sexual.Human immunodeficiency virus (HIV infection has increased considerably among middle-aged women. In this work we reviewed recent studies aimed at identifying possible factors related to HIV infection in climacteric women. Several associated factors are considered, such as: climacteric symptoms, partner's change in sexual behavior in face of new drugs, negotiation for use of condoms in sexual intercourse, risk behavior for HIV, global self-esteem and sexual self-esteem, history of sexual abuse, use of drugs, stereotypes of sex life in maturity, use of antiretroviral therapy and approach to sexual function.

  18. Comportamento alimentar neonatal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Souza Sandra Lopes de

    2003-01-01

    Full Text Available Durante o período de aleitamento, aspectos do comportamento alimentar sofrem intensa transformação. Vários estudos descrevem, do nascimento ao desmame, as modificações nas ações comportamentais necessárias para aquisição do alimento pelo neonato. O controle desse comportamento também apresenta ajustes fisiológicos através da lactação, mudando de um padrão pré-absortivo, em período precoce, para pós-absortivo, próximo ao desmame. Devido a essas transformações, esse período torna-se vulnerável a agressões ambientais que podem influenciar o estabelecimento de padrões alimentares que estarão associados a patologias na vida adulta.

  19. Aspetos psicológicos, estilo alimentar e satisfação corporal em dois grupos participantes do programa peso, a decorrer no CHCB

    OpenAIRE

    Azevedo, Ana Luísa Medeiros de

    2012-01-01

    Esta investigação tem como objetivo primordial o estudo da relação entre fatores de Funcionamento Psicológico e Personalidade, Estilo Alimentar e Imagem/Satisfação corporal em participantes com excesso de peso e obesidade do Programa Comportamental PESO a decorrer no Centro Hospitalar Cova da Beira. Assim, seguiu um desenho descritivo de uma amostra não probabilística por conveniência, onde a população alvo, composta por 43 participantes, com uma relação entre peso/altura superior a 25 (Ex...

  20. Avaliação da concentração de fluoretos presente nas águas engarrafadas e produtos alimentares infantis em Portugal

    OpenAIRE

    Noronha, Ana Catarina Silva Cabral

    2012-01-01

    Tese de mestrado, Medicina Dentária, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Dentária, 2012 Tem sido amplamente descrito na literatura o impacto da ingestão de flúor no aparecimento da fluorose dentária. De igual forma, as estatísticas demonstram um aumento da prevalência de fluorose contrariamente à diminuição da cárie dentária. Avaliaram-se as concentrações de flúor presentes nas águas engarrafadas com e sem gás e nos produtos alimentares infantis comercializados em Portugal, com o...

  1. O que é comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes? What is adolescents' eating disorder risk behavior?

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Greisse Viero da Silva Leal

    2013-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar comportamento de risco para transtornos alimentares (TA e sua frequência entre adolescentes em uma revisão da literatura nacional e internacional. MÉTODOS: Foi realizada uma busca bibliográfica por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados PubMed (US National Library of Medicinee Lilacs e no portal SciELO,utilizando-se os descritores relacionados à "eating disorder risk behavior". Foram selecionados artigos publicados nos últimos 10 anos, nos idiomas português, espanhol e inglês, e especificamente com adolescentes. Foram avaliados 76 artigos e analisados a nomenclatura e os instrumentos utilizados para avaliar comportamento de risco para TA e sua prevalência. RESULTADOS: Encontrou-se uma série de termos para avaliar risco para TA. A metodologia mais utilizada foi a de questionários e escalas, destacando-se o EAT-26 ou 40 e o BITE, dentre os mais frequentes; a prevalência de risco variou de 0,24% a 58,4%. CONCLUSÃO: Diferentes nomenclaturas e instrumentos são utilizados para avaliar comportamento de risco para TA entre adolescentes, com grande amplitude nos resultados de prevalência. Maior padronização de termos e metodologia de avaliação permitiriam melhor comparação entre estudos epidemiológicos em diferentes localidades.OBJECTIVE: To characterize eating disorder (ED risk behavior and its prevalence among adolescents in a review of national and international literature. METHODS: We carried out an integrative review on PubMed (U.S. National Library of Medicine, Lilacs and SciELO, using descriptors related to "eating disorder risk behavior". Articles published in the last 10 years, in Portuguese, Spanish and English, and specifically with adolescents were selected. The nomenclature and instruments used to assess eating disorder risk behaviors and its frequency were evaluated and analyzed in 76 articles. RESULTS: Several terms to assess ED risk behavior were found; questionnaires and scales

  2. Consumo alimentar e antropometria relacionados à síndrome de fragilidade em idosos residentes em comunidade de baixa renda de um grande centro urbano

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda de Carvalho Mello

    2017-08-01

    Full Text Available Resumo: O objetivo deste estudo foi descrever dados antropométricos e de alimentação relacionados à síndrome de fragilidade em idosos. O desenho foi transversal, com indivíduos ≥ 60 anos de inquérito domiciliar realizado em Manguinhos, Município do Rio de Janeiro, Brasil (n = 137. Foram obtidos o diagnóstico de síndrome de fragilidade segundo Fried et al., medidas antropométricas e aplicado questionário de frequência de consumo alimentar, comparando-se às recomendações do Ministério da Saúde. Nos grupos pré-frágeis e frágeis, o índice de massa corporal e medidas de centralização de gordura apresentaram valores mais elevados e os parâmetros musculares, valores menores, com a gradação da síndrome. O consumo de cereais foi maior nos frágeis e o de feijão e frutas menor; o de vegetais, laticínios e alimentos ricos em açúcar e gordura foi maior nos pré-frágeis; o de carne foi semelhante nos grupos. Assim, o diagnóstico da síndrome, a avaliação antropométrica e da alimentação são ações a serem incluídas às políticas de saúde do idoso por identificar precocemente o risco e beneficiar intervenções de prevenção e promoção à saúde e nutrição.

  3. Efeito de um complexo homeopático"Homeobase Convert H®" em ovinos sob condições de restrição alimentar

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    José Carlos Chabel

    2009-10-01

    Full Text Available Avaliou-se o efeito de um complexo homeopático em ovinos distribuídos em quatro grupos: sem homeopatia e com restrição alimentar (A1B2; com homeopatia e com restrição alimentar (A2B2; com homeopatia e sem restrição alimentar (A2B1 e sem homeopatia e sem restrição alimentar (A1B1. Com 30 dias de restrição alimentar o grupo A2B2 apresentou nível sérico de cortisol semelhante (p>0,05 aos dos grupos A2B1 e A1B1, o que se observou no grupo A1B2 somente com 75 dias. Aos 15 dias após primovacinação todos os grupos possuíam anticorpos acima do nível mínimo de proteção de 0,5UI/mL. As concentrações médias de anticorpos atingiram níveis abaixo do mínimo de proteção aos 30 dias em alguns animais de todos os grupos e, somente o grupo A2B2 manteve a média acima deste nível durante os 90 dias de avaliação. O indicativo de diferença (p=0,054 entre a média da titulação de anticorpos do grupo A2B2 e os demais grupos, seis dias pós-vacinação, sugere que a proteção neste grupo ocorreu em menor tempo do que nos demais grupos. Os modelos de regressão estimam concentrações séricas de anticorpos maiores para os grupos A2B1 e A2B2, em relação aos grupos A1B2 e A1B1, obtendo-se, aos 15; 30 e 45 dias pós-vacinação, indicativos de diferenças entre as suas médias (p=0,067; p=0,091 e p<0,05 respectivamente. Conclui-se que complexo homeopático, ministrado a ovinos sob restrição alimentar, possui efeito sobre o estresse, reduzindo a concentração sérica de cortisol e promovendo uma maior concentração sérica de anticorpos.

  4. Saúde e trabalho de mulheres profissionais de enfermagem em um hospital público de Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Maria Leão de Aquino

    1993-12-01

    Full Text Available O trabalho de Enfermagem, desenvolvido essencialmente por mulheres, envolve numerosos fatores de risco para a saude. Apesar disso, no Brasil, os estudos sobre a saude desse grupo ocupacional praticamente inexistem. Este estudo transversal pretendeu diagnosticar as condic;:oes de saude e trabalho de enfermeiras e auxiliares de enfermagem em urn grande hospital publico. Foram realizadas entrevistas e medidas de peso, altura e pressao arterial no proprio local de trabalho, em 497 trabalhadoras. Especialmente nas auxiliares, foram encontradas altas prevahncias de problemas agudos (45%, e cronicos como dores de coluna (71%, varizes (57,5%,hipertensao arterial (24,9%, transtomos menta is (36,7%, obesidade (16%, problemas digestivos (34,5% e respiratorios (31 %. Ambos os grupos apresentam excessivas jornadas de trablho profissional. Contudo, as auxiliares sao duplamente penalizadas pelo acumulo de trabalho domestico, 0 que contribui para suas piores condições de saude.

  5. Saúde e trabalho de mulheres profissionais de enfermagem em um hospital público de Salvador, Bahia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Estela Maria Leão de Aquino

    Full Text Available O trabalho de Enfermagem, desenvolvido essencialmente por mulheres, envolve numerosos fatores de risco para a saude. Apesar disso, no Brasil, os estudos sobre a saude desse grupo ocupacional praticamente inexistem. Este estudo transversal pretendeu diagnosticar as condic;:oes de saude e trabalho de enfermeiras e auxiliares de enfermagem em urn grande hospital publico. Foram realizadas entrevistas e medidas de peso, altura e pressao arterial no proprio local de trabalho, em 497 trabalhadoras. Especialmente nas auxiliares, foram encontradas altas prevahncias de problemas agudos (45%, e cronicos como dores de coluna (71%, varizes (57,5%,hipertensao arterial (24,9%, transtomos menta is (36,7%, obesidade (16%, problemas digestivos (34,5% e respiratorios (31 %. Ambos os grupos apresentam excessivas jornadas de trablho profissional. Contudo, as auxiliares sao duplamente penalizadas pelo acumulo de trabalho domestico, 0 que contribui para suas piores condições de saude.

  6. HIPERSENSIBILIDADE ALIMENTAR

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    AURELUCE DEMONTE

    2007-01-01

    Full Text Available Uma grande multiplicidade de fatores caracteriza o tópico hipersensibilidade alimentar. Pela análise da literatura compilada fatores nutricionais, imunológicos e estereoquímicos interagem no quadro clínico de reações adversas, que incluem o envolvimento cutâneo (urticária, exantema, gastrointestinal (náuseas, vômitos, diarréia e respiratório (broncoespasmo, rinite. Estudos da capacidade imunogênica de preparações protéicas, química de proteínas e vias de administração para suporte nutricional devem ser incentivados, para que possa haver resoluções clínicas efetivas para alergias alimentares.

  7. Detecção de Salmonella spp. em alimentos e manipuladores envolvidos em um surto de infecção alimentar.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    L. D. S. Teixeira

    2005-03-01

    Full Text Available RESUMO: O estudo relata a ocorrência de um surto de infecção alimentar veiculado por uma refeição preparada e servida a funcionários de um hospital em Salvador- Ba, em outubro de 1997. Nesta refeição foram servidos: carne de sol, bolinho de peixe, arroz, feijão, aipim “sauté”, melancia e suco de maracujá. Foi realizado inquérito epidemiológico com a participação de 53 pessoas, sendo que destas, 47 apresentaram um quadro severo da doença. O período médio de incubação foi de 26 horas. As pesquisas laboratoriais para a identificação dos possíveis alimentos e microrganismos envolvidos no episódio e os resultados das análises revelaram a presença de Salmonella spp. nas amostras de feijão e aipim “sauté”. Através de coproculturas realizadas com amostras dos manipuladores, foi verificada a presença de microrganismos do gênero Salmonella, sendo quatro de Salmonella typhi, cinco S. enteritidis e uma de Salmonella spp. A análise do inquérito epidemiológico associado às pesquisas laboratoriais foi de grande importância para se identificar o alimento e microrganismos implicados. PALAVRAS CHAVE: Salmonella spp. ; toxinfecção alimentar; surto; higiene alimentar. SUMMARY: This study about Salmonella outbreak was realized in Salvador-Ba. Fifty three persons were involved, of which fourty seven showed severe symptons, that were developed in average of twenty six hours from the time of ingeston of food. The laboratories procedures to find out the microorganism and the food involved in this outbreak were done. The datas showed the presence of Salmonella spp in the samples of “sauté” manioca and beans. The coproculture of the food handlers was done and was verified the presence of Salmonella typhi in four of then, S. Enteritidis in five samples and Salmonella spp in only one. The analysis of the laboratorial researches

  8. Análise de interações medicamentosas e alimentares em pacientes com AIDS em uso da TARV associada à terapia de resgate

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Antônia Cruz Furini

    2016-07-01

    Full Text Available A combinação de antirretrovirais da terapia de resgate na Síndrome da Imunodeficiência Adquirida aumenta os riscos de interações medicamentosas e alimentares. Este estudo teve como objetivo analisar o risco de interações medicamentosas e alimentares no uso da terapia antirretroviral com medicamentos do resgate por 40 pacientes com AIDS de um Hospital quaternário da região Noroeste paulista. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo de abordagem quantitativa e qualitativa, realizado no período entre2012 e 2013. Os pacientes foram entrevistados através de questionário elaborado pela equipe multidisciplinar de saúde. As entrevistas foram realizadas pela equipe de farmacêuticos. As interações foram avaliadas por bases de dados informatizados. O esquema composto por darunavir, enfuvirtida, lamivudina, raltegravir e ritonavir foi o mais utilizado (32,5% pelos pacientes. Os antirretrovirais que mais apresentaram risco de interações alimentares foram ritonavir, darunavir e tenofovir, em 31 (77,5%, 29 (72,5% e 21 (52,5% pacientes, respectivamente. Foram identificados 87 tipos de potenciais interações medicamentosas, e sete foram classificadas como de nível maior. Neste estudo todas as prescrições apresentaram riscos para interações medicamentosas e demonstraram a importância do monitoramento pela equipe multidisciplinar. Contudo, a maioria das interações medicamentosas foi benéfica, decorrentes da potencialização do efeito terapêutico em consequência do sinergismo entre os fármacos da terapia antirretroviral. A interação entre farmacêuticos e prescritores pode contribuir para a farmacoterapia racional e segura do paciente.Palavras-chave: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. HIV. Antirretrovirais. Interações de Medicamentos. Interações Alimento-Droga. ABSTRACTAnalysis of drug and food interactions in AIDS patients in use of ART associated with rescue therapyThe combination of antiretroviral agents of

  9. Transtorno do comportamento alimentar em atletas de elite de nado sincronizado Eating disorders in elite synchronized swimmers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Talita Adão Perini

    2009-02-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O objetivo do presente estudo foi identificar a presença de transtorno do comportamento alimentar (TCA ou síndromes precursoras e o grau de distorção da imagem corporal em atletas de elite de nado sincronizado. Essa modalidade é considerada de risco para desenvolvimento de TCA por valorizar, além de outros aspectos, a leveza e beleza de movimentos que, de certa forma, estão associados a baixa massa corporal. MÉTODOS: Foram avaliadas 27 atletas de nado sincronizado, sendo 19 da categoria juniores (15,6 ± 0,8 anos e oito da categoria de seniores (19,0 ± 1,3 anos que compunham a seleção brasileira na época do estudo (2000. Um grupo de 32 adolescentes não-atletas (15,0 ± 1,6 anos foi usado para comparação com as atletas. Os procedimentos metodológicos adotados foram: aplicação de três instrumentos de auto-relato, validados. 1 EAT-26 - presença de comportamentos alimentares inadequados; 2 BITE - presença de atitudes sugestivas de bulimia nervosa; e 3 BSQ - insatisfação da auto-imagem corporal. RESULTADOS: Embora tanto o grupo de atletas, quanto o de não-atletas tenham apresentado parâmetros antropométricos compatíveis com padrões saudáveis para a idade e sexo, os resultados evidenciam a presença de insatisfação com a auto-imagem corporal e a adoção de práticas patológicas de controle da massa corporal, sobretudo entre atletas da categoria juniores e entre as adolescentes não-atletas. CONCLUSÕES: Os resultados encontrados no presente estudo retratam uma tendência mundial de preocupação com a aparência entre adolescentes capaz de levá-las à adoção de condutas não-saudáveis.OBJECTIVES: The aim of the present study was to identify the Eating Behavior Disorder (EBD or precursory syndromes and the level of distortion of the body image of elite synchronized swimming athletes. This sport modality is considered of risk for development of eating disorders for valuing, among other aspects, the

  10. Prevalência de nódulos de tireóide detectados por ecografia em mulheres após os 40 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Furlanetto T. W.

    2000-01-01

    Full Text Available Nódulos de tireóide são uma condição clínica comum e em seu diagnóstico diferencial inclui-se o câncer de tireóide. Como o câncer de tireóide é raro, é importante conhecer a prevalência de nódulos de tireóide em grupos fortemente pre-dispostos para dimensionar seu impacto e adequar estratégias diagnósticas. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de nódulos de tireóide diagnosticados por ecografia em mulheres na maturidade. MÉTODOS: Entre agosto de 1996 e dezembro de 1997 foram avaliadas, de forma consecutiva, pacientes do sexo feminino com idade de 40 anos ou mais que realizavam ecografia no Serviço de Radiologia do HCPA. Foram excluídas as mulheres encaminhadas para exame de tireóide. As 207 pacientes examinadas tiveram média de idade de 54,7 anos (mediana: 53 anos com mínimo de 40 e máximo de 86 anos. Cento e vinte e três (59,4% apresentaram tireóide normal e 82 (39,6% tiveram alguma alteração na glândula. CONCLUSÕES: Alterações nodulares foram encontradas em 73 (35,3% mulheres, e 35 (16,9% portavam nódulos tireoidianos com 1 cm ou mais. As mulheres sem nódulos de tireóide eram mais jovens (53,1 ± 10,7 anos que as que apresentavam nódulos tireoidianos (58,2 ± 10,6 anos, p=0,001 e houve aumento do número de quaisquer nódulos (p=0.001 ou de nódulos maior que 1 cm (p=0.007 com o aumento da idade. Assim sendo, nódulos de tireóide são muito comuns em mulheres com 40 anos ou mais, a sua prevalência aumenta com a idade nesse grupo etário, e eles são potencialmente palpáveis (maiores que 1 cm em 1 em cada 6 mulheres nesta faixa etária. É importante que tenhamos esses dados em mente quando indicamos avaliação ecográfica da tireóide em mulheres com 40 anos ou mais.

  11. Yoga para melhora dos sintomas do climatério em mulheres na pós-menopausa com insônia

    OpenAIRE

    Rui Ferreira Afonso; Helena Hachul; Elisa Harumi Kozasa; Denise de Souza Oliveira; Viviane Goto; Dinah Rodrigues; Sérgio Tufik; José Roberto Leite

    2012-01-01

    Introdução: A prática de yoga tem se mostrado positiva na redução de insônia. Outros estudos mostram redução de sintomas de climatério. Porém nenhum estudo havia sido realizado até o momento para verificar os efeitos da prática do yoga em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de insônia. Objetivo: avaliar o efeito da prática de Yoga como um tratamento na saúde física e mental, nos sintomas do climatério em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de insônia. Métodos: Mulheres entre 50 e ...

  12. Mulheres e homens em sindicato docente: um estudo de caso Men and women in an educator's union: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Ondina Vieira Ferreira

    2004-08-01

    Full Text Available O estudo examina a relação entre participação feminina e masculina no Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul - CPERS/Sindicato -, comparando filiação e presença nas diretorias da entidade segundo o sexo, para verificar se nessa entidade a situação das mulheres é diferente da sua situação em outras diretorias de sindicatos de classe, com base composta majoritariamente por homens. Discorre sobre a reduzida participação sociopolítica das mulheres, apresentando, também, números sobre docência e gênero no Brasil. Os resultados indicam inversão da proporcionalidade homens/mulheres na base da categoria em relação às direções da entidade, de tal maneira que, mesmo estando as mulheres bem representadas nesse sindicato, são os homens que ocupam os lugares com maior poder de mando e prestígio, como nas diretorias. Por fim, considerando que a atividade sindical é dominada por um viés masculino, questiona-se se o sindicato estaria tendo condições de acompanhar possíveis modificações na identidade docente, a partir da imagem que tem da categoria.This study examines the relationship between male and female participation in the Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul - CPERS/Sindicato (Center of Educators in the State of Rio Grande do Sul - CPERS/Union, comparing membership and presence in the board of directors according to sex, to find out whether women's situation in this union is different from those of other class union boards of directors, composed mostly of men. It discusses the small social and political participation of women and shows some figures on educators and gender in Brazil. The findings indicate a men vs. women proportionality inversion in the category base compared to the board of directors, in such a way that, although women are well represented in this union, men are the ones who occupy positions of greater power and prestige, such as the board. Finally, considering the fact

  13. Fatores associados à persistência à terapia hormonal em mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cláudia Brito

    2014-04-01

    Full Text Available OBJETIVO Analisar os fatores associados à persistência à hormonioterapia para câncer de mama visando à melhoria da qualidade do cuidado prestado. MÉTODOS Estudo longitudinal a partir de dados secundários. Foi analisada uma coorte de 5.861 mulheres com câncer de mama registradas em diferentes bancos de dados do Instituto Nacional de Câncer e do Sistema Único de Saúde. Todas as pacientes foram tratadas nesse hospital, que dispensa a medicação gratuitamente, e o período de seguimento foi de janeiro de 2004 a outubro de 2010. Variáveis sociodemográficas, comportamentais, clínicas, de estilos de vida e de aspectos do serviço de saúde integraram-se à análise para testar associação com a persistência ao tratamento hormonal, pelo método de Kaplan-Meier e Riscos Proporcionais de Cox. RESULTADOS A persistência geral à hormonioterapia foi de 79,0% ao final do primeiro ano e 31,0% em cinco anos de tratamento. O risco de descontinuidade à hormonioterapia mostrou-se maior entre mulheres com idade inferior a 35 anos, com estadiamento mais grave (III e IV, usuárias de álcool, que realizaram quimioterapia, e para cada hospitalização, cada exame e cada mês, entre o diagnóstico e o início do tratamento adicional. Na direção oposta, o risco de descontinuidade mostrou-se menor entre as mulheres com nível médio e superior de escolaridade, com companheiro, com história familiar de câncer, submetidas à cirurgia e que tiveram consultas com mastologista e com oncologista clínico. CONCLUSÕES Das mulheres com câncer de mama, 69,0% não persistiram ao término de cinco anos do tratamento hormonal, aumentando o risco de uma resposta clínica inadequada. Os resultados mostram aspectos do cuidado que podem conduzir a melhores respostas ao tratamento.

  14. Insegurança alimentar e excesso de peso em escolares do primeiro ano do Ensino Fundamental da rede municipal de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

    OpenAIRE

    Vicenzi, Keli; Henn, Ruth Liane; Weber, Ana Paula; Backes, Vanessa; Paniz, Vera Maria Vieira; Donatti, Talita; Olinto, Maria Teresa Anselmo

    2015-01-01

    Estudo transversal, de base escolar, realizado em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, com o objetivo de avaliar a associação entre insegurança alimentar e excesso de peso em escolares do 1º ano do Ensino Fundamental das escolas municipais. Dois mil, trezentos e sessenta e nove escolares foram convidados a participar, 847 foram investigados e destes, 782 tinham dados de peso e altura. Os dados foram obtidos com as mães/responsáveis. Insegurança alimentar foi medida com a Escala Brasileira...

  15. Habilidades sociais em mulheres obesas: um estudo exploratório Social skills in obese females: An exploratory study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sabrina Kerr Bullamah Correia

    2004-12-01

    Full Text Available Dentre os aspectos psicológicos associados à obesidade, pode-se destacar a qualidade das relações interpessoais, supondo-se que as pessoas com sobrepeso podem, pelas restrições associadas, possuir déficits em habilidades sociais. Esta pesquisa avaliou, em uma amostra de 29 mulheres obesas mórbidas, seus principais déficits em habilidades sociais gerais e diante de demandas de alimentação; e a influência de características sociodemográficas e outros aspectos cognitivos e motivacionais sobre esses déficits. As mulheres responderam o Inventário de Habilidades Sociais, questões sobre Habilidades Assertivas na Alimentação (HAA e um Questionário sobre Obesidade. A análise mostrou que as mulheres obesas apresentaram déficits principalmente em HAA, sendo semelhantes à amostra normativa nas habilidades gerais; não houve influência de características sociodemográficas; há aspectos cognitivos e motivacionais importantes a serem considerados na análise.Among the psychological aspects concerning obesity, the quality of the interpersonal relationships can be pointed out. The assumption is that the overweighted people, given their restrictions, may have deficits in social skills. This research aimed to verify, in a sample of 29 morbid obese women, their main deficits in general social skills and in those ones related to feeding; the influence of socio-demographic features and other cognitive or motivational aspects on those deficits. The women completed the Social Skills Inventory, questions about Assertive Skills associated with Feeding and a Questionnaire about Obesity. The results showed that obese women presented deficits mainly in Assertive Skills associated with Feeding, but they were similar to normative sample in the Social Skills Inventory; there were no influence of socio-demographic features; there are important cognitive and motivational aspects to be considered in this kind of study.

  16. Ora-pro-nóbis em uso alimentar humano: percepção sensorial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Regina Amorim dos Anjos Queiroz

    2015-07-01

    Full Text Available O governo brasileiro incentiva o consumo de hortaliças não convencionais, como forma de aproveitamento da biodiversidade brasileira e suprimento de necessidades nutricionais de forma viável a população, principalmente a de baixa renda. A Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller é uma hortaliça nativa brasileira que se propaga facilmente, cujo cultivo apresenta baixa incidência de doenças e de demanda hídrica. É viável para o cultivo doméstico, como fonte nutricional alternativa e de baixo custo, sendo uma hortaliça recomendada para o consumo diário na alimentação, nas formas crua e/ou processada. Neste trabalho, buscou-se ampliar o uso o e cultivo da Ora-pro-nóbis, com a produção e distribuição de mudas em um evento tradicional na Zona Rural de Uberlândia, a Semana da Família Rural, em sua 26ª edição, no Instituto Federal do Triângulo Mineiro – Campus Uberlândia. Durante o evento foram distribuídas amostras de alimentos processados com folhas de Ora-pro-nóbis in natura ou previamente secas, para degustação e avaliação da apreciação. Também foram distribuídas mudas de Ora-pro-nóbis aos interessados, mediante cadastro prévio. Os dados apresentados revelaram interesse da população no uso da planta e a aceitação dos produtos incrementados com as folhas da planta, uma vez que de 600 pessoas participantes, 232 participaram da degustação de pelo menos um produto alimentício e 156 levaram mudas para o plantio.Ora-pro-nóbis in human food consumption: sensorial perceptionAbstract: Brazilian government encourages the consume unconventional vegetables to avail the biodiversity from the country and nourish the population, mainly the low-income people. Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller is a brazilian native vegetable which is easily propagated and has low diseases and low request water rates. As a low-cost nutritional source, this vegetable is viable to home cultivation and recommended for the daily

  17. Consumo alimentar de gestantes adolescentes atendidas em serviço de assistência pré-natal Food consumption of pregnant adolescents assited by prenatal service

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniela Vasconcelos de Azevedo

    2003-09-01

    Full Text Available O presente estudo analisou o consumo alimentar de 99 gestantes adolescentes atendidas no serviço de assistência pré-natal da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, na cidade de Fortaleza, Brasil. Os dados foram levantados por meio de entrevistas no próprio serviço e em visitas domiciliares, com a utilização de um instrumento para obtenção de dados socioeconômicos e do inquérito alimentar recordatório de 24 horas para obtenção de dados alimentares. Os resultados mostraram que as dietas estavam desbalanceadas e monótonas: 63,6% delas tinham menos de 90,0% das necessidades energéticas de gestantes e mais da metade estava adequada em seu conteúdo protéico, com excesso de lipídeos e inadequado conteúdo de carboidratos. Alguns micronutrientes, como ferro, cálcio, ácido fólico, zinco e vitamina B1, foram consumidos em quantidades bem abaixo do recomendado. Sugere-se a implementação de ações educativas na área de alimentação e nutrição durante o pré-natal, no sentido de explorar os conhecimentos e práticas alimentares já existentes, auxiliando na escolha de alimentos saudáveis e compatíveis com a situação de vida das gestantes.This study analyzed the food consumption of 99 pregnant adolescents assisted by Assis Chateaubriand Maternity Hospital, located in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. The data were collected by interview at the hospital prenatal service and by home visit. The questionnaire contained questions about socieconomic information and included a 24-hour food recall. Results showed unbalanced and monotonous diets. It was demonstrated that 63.6% of the diets were low in calories and more than half of them were normal in proteins, high in lipids and low in carbohydrates. Some micronutrients, such as iron, calcium, folic acid, zinc and vitamin B1, were lower than the recommended values. The authors suggest the implementation of an education program addressed to the prenatal care service

  18. Critérios utilizados na seleção de parceiras amorosas em relacionamentos de curto e longo prazo entre mulheres de orientação homossexual em idade reprodutiva

    OpenAIRE

    CORRÊA, Hellen Vivianni Veloso

    2011-01-01

    Diferentes critérios utilizados para a escolha de parceiros entre homens e mulheres têm sido identificados. Essa diferença, provavelmente, origina-se pelos diferentes graus de investimento parental entre gêneros. Mulheres parecem ter predisposição a selecionar parceiros com características de investimento emocional, material e com bons indicativos de saúde. Já homens podem utilizar os mesmos critérios que as mulheres, porém dão mais importância que estas à aparência física e juventude. Em rel...

  19. Padroes alimentares de criancas menores de cinco anos de idade residentes na capital e em municipios da Bahia, Brasil, 1996 e 1999/2000

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Sheila Maria Alvim de Matos

    2014-01-01

    Full Text Available Estudo transversal com 3.817 pré-escolares, 1.770 residentes em Salvador, Bahia, Brasil, e 2.047 nas áreas urbana e rural de 10 municípios baianos. Utilizou-se recordatório de 24 horas (R24h e empregou-se análise fatorial por componentes principais com objetivo de identificar e comparar os principais padrões alimentares dessas crianças. Estratificou-se a amostra por idade e área. Antes dos seis meses de vida o leite materno compôs o 2o e 3o padrões com carga positiva para crianças dos dez municípios. Para menores de 17 meses, o padrão 1 foi caracterizado por leite de vaca, farinhas e açúcares. Em áreas urbanas, pão/biscoito, arroz, feijão e carne integraram o padrão 2 aos 6-17 meses. Aos 18-23 meses, o padrão 1 apresentou carga negativa para açúcares, leite de vaca e farinhas, exceto na área rural. Frutas não fizeram parte do padrão 1 no grupo de 24 meses e mais. Observou-se baixo consumo de leite materno e pouca variação de frutas e legumes a partir dos seis meses. Tal perfil de consumo alimentar indica a necessidade de intervenções cada vez mais precoces para promoção de hábitos alimentares saudáveis.

  20. Efeitos de farelo alimentar fibroso produzido a partir da linhaça em indivíduos com constipação intestinal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda S. Lopes

    2015-08-01

    Full Text Available A preocupação com o bem estar e a melhora da qualidade de vida tem levado as pessoas a consumirem alimentos mais saudáveis os chamados alimentos funcionais, no qual se destaca os que contêm fibra alimentar. Devido às propriedades fibrosas que a linhaça constitui, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficácia da ingestão de um farelo alimentar rico em fibras, em indivíduos sedentários e não sedentários com constipação intestinal. O presente estudo apresentou caráter laboratorial e experimental com abordagem quantitativa utilizando-se o método da estatística descritiva. O farelo foi produzido à base da semente de linhaça, com adição de outros ingredientes fibrosos, foi embalado e rotulado, e em seguida distribuído para o consumo. De acordo com os dados obtidos, na análise da composição nutricional do farelo fibroso evidenciou-se um teor apreciável de fibra alimentar. Para a avaliação das características organolépticas do farelo foi observado uma maior aprovação para o sabor, textura e aroma. Quanto à avaliação da função intestinal dos indivíduos após consumir o farelo fibroso foi observado uma melhora significativa em todas as características observadas antes de consumir o farelo, sendo relatado um aumento no número das evacuações. Em relação aos indivíduos sedentários e não sedentários observou-se que independente da prática ou não de atividade física o mesmo foi bastante eficaz em ambos os casos, não sendo relatado nenhum tipo de reação adversa. Diante dos dados concluímos que o farelo fibroso foi bastante eficaz na melhora da constipação intestinal na maioria dos casos estudados.

  1. Imagem corporal em mulheres adultas vs. meia-idade e idosas praticantes e não praticantes de hidroginástica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Simone Valéria Dias Souto

    2016-06-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi comparar a imagem corporal de mulheres adultas vs. meia-idade e idosas praticantes e não praticantes de hidroginástica. A amostra foi constituída por 300 mulheres brasileiras com idades compreendidas entre 20 e 83 anos (48.96 ± 15.41, divididas em quatro grupos: Grupo 1 = 75 mulheres adultas não praticantes com idades entre 20 e 49 anos; Grupo 2 = 75 mulheres de meia-idade e idosas não praticantes com idades entre 50 e 82 anos; Grupo 3 = 75 mulheres de meia-idade e idosas praticantes com idade entre 50 e 83 anos e Grupo 4 = 75 mulheres adultas praticantes com idade entre 20 e 49 anos. O instrumento utilizado para determinar à imagem corporal actual e desejada foi a Escala de Desenhos de Silhuetas descrita por Stunkard. Os resultados demonstram que não houve diferenças significativas com a insatisfação da imagem corporal entre os grupos de mulheres adultas vs. meia-idade e idosas vs. praticantes vs. não praticantes (p>0.05. Entretanto, houve diferenças significativas entre a insatisfação com a imagem corporal actual vs. ideal para todos os grupos do estudo (p<0.05. Conclui-se que a idade e a prática da hidroginástica não são factores determinantes na percepção que as mulheres têm da imagem corporal.

  2. Mulheres em situação de violência pelo parceiro íntimo: tomada de decisão por apoio institucional especializado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leônidas de Albuquerque Netto

    Full Text Available RESUMO Objetivo Propõe-se analisar fatores envolvidos na tomada de decisão de mulheres em situação de violência interpessoal, praticada pelo parceiro íntimo, na busca por apoio institucional de referência. Métodos Pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. Dezesseis mulheres foram entrevistadas, entre junho e setembro de 2012, em um Centro de Referência à Mulher de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brasil, por meio de instrumento semiestruturado e individual. Os relatos foram analisados pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados As mulheres buscaram suporte psicossocial quando a violência interpessoal alcançou o limite da tolerância. Este suporte possibilitou o resgate da autoestima e da confiança, além da tomada de consciência para a necessidade de mudança de vida e de autonomia econômica. Conclusões As mulheres alcançaram sua autoconfiança com a superação da violência, o que possibilitou o resgate da autoestima e a tomada de decisão para a saída da situação de violência interpessoal praticada pelo parceiro íntimo.

  3. Aborto provocado e violência doméstica entre mulheres atendidas em uma maternidade pública de Salvador-BA

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Normélia Maria Freire Diniz

    2011-12-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, com o objetivo de estudar a violência doméstica em mulheres em situação de aborto provocado. Foram entrevistas 147 mulheres internadas por aborto provocado numa maternidade pública, na cidade de Salvador-BA. Os sujeitos foram, na maioria, mulheres jovens, negras, com baixa escolaridade, dependentes economicamente dos cônjuges, que vivenciam violência psicológica, física e sexual cometida pelos cônjuges. Quase metade das mulheres vivenciou violência doméstica durante a gravidez atual, sendo este o motivo do aborto para 67% delas. Conclui-se que existe uma associação entre a vivência de violência doméstica e o aborto provocado. Isso repercute na saúde mental das mulheres, que desenvolvem sintomas do transtorno de estresse pós-traumático. Necessita-se, portanto, de um olhar por parte dos profissionais de saúde de modo a identificar a violência doméstica enquanto agravo e associá-la ao aborto provocado, o que requer transformação no modelo de formação, incorporando a violência doméstica como objeto da saúde.

  4. Fatores associados ao comportamento alimentar inadequado em adolescentes escolares Factors associated with inappropriate eating behavior in adolescent students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2013-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Evidências demonstram que a prevalência do comportamento alimentar inadequado (CAI entre jovens tem aumentado nos últimos anos. Parece que a insatisfação corporal (IC, a prática excessiva de exercício físico, a composição corporal, o nível econômico (NE, além da etnia, podem ser fatores de risco para o CAI. OBJETIVO: Associar IC, grau de comprometimento psicológico ao exercício (GCPE, adiposidade corporal (AC, estado nutricional (EN, NE e etnia ao CAI em adolescentes. MÉTODOS: Participaram 362 jovens de ambos os sexos com idades entre 10 e 19 anos. Utilizou-se o Eating Attitudes Test para avaliar o CAI. O Body Shape Questionnaire e a Commitment Exercise Scale foram utilizados para mensurar IC e GCPE, respectivamente. Aferiram-se dobras cutâneas para classificar a AC segundo sexo. Peso e estatura foram aferidos para calcular-se o índice de massa corporal (IMC e classificar o EN. O NE foi avaliado pelo Critério de Classificação Econômica Brasil. Aplicou-se questionário que buscava avaliar etnia, idade e sexo. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram associação do CAI com IC, GCPE e NE no sexo feminino (p BACKGROUND: Evidence shows that the prevalence of inappropriate eating behavior (CAI among young people has increased in recent years. It seems that body dissatisfaction (IC, the practice of excessive exercise, body composition, the socioeconomic status (NE, and ethnicity may be risk factors for CAI. OBJECTIVE: To associate IC, degree of psychological impairment to exercise (GCPE, adiposity (AC, nutritional status (EN, NE and ethnicity with CAI in adolescents. METHODS: Participants 362 young people of both sexes aged between 10 and 19 years. We used the Eating Attitudes Test to assess the CAI. The Body Shape Exercise Questionnaire and Commitment Exercise Scale were used to measure IC and GCPE, respectively. We evaluated skinfold thickness is to classify the AC second sex. Weight and height were measured to

  5. Prevalência de isquemia miocárdica na cintilografia em mulheres nos períodos pré/pós-menopausa

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniel Augusto Message dos Santos

    2013-12-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: No período pós-menopausa, a presença dos fatores de risco para doença arterial coronária (DAC aumentam. Entretanto, não é bem estabelecida a diferença de prevalência de isquemia miocárdica em mulheres pré/pós-menopausa com múltiplos fatores de risco para DAC. OBJETIVO: Comparar a prevalência de isquemia na cintilografia de perfusão miocárdica com sestamibi-99mTc (CPM em mulheres nos períodos pré/pós-menopausa e avaliar se a menopausa pode ser considerada fator preditor de risco independente para isquemia em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC. MÉTODOS: Analisamos, retrospectivamente, 500 CPM de mulheres pré/pós-menopausa, com múltiplos fatores de risco cardiovascular. A análise estatística foi realizada por teste exato de Fisher e pelas análises univariada e multivariada, sendo considerado significativo o valor de p < 0,05. RESULTADOS: Do total, 55,9% das mulheres estavam no período pós-menopausa, 83,3% eram hipertensas, 28,9% diabéticas, 61,2% dislipidêmicas, 32,1% tabagistas, 25% obesas e 34,3% já apresentavam DAC conhecida. No grupo pós-menopausa, as mulheres eram mais hipertensas, diabéticas e dislipidêmicas, e tiveram menor capacidade funcional no teste ergométrico (p = < 0,005. Não houve diferença estatística significativa na presença de isquemia na CPM entre os grupos pré/pósmenopausa (p = 0,395. A única variável associada à isquemia na CPM foi a presença de DAC prévia (p = 0,004. CONCLUSÃO: Os resultados obtidos sugerem que, em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC, a menopausa não foi fator preditor independente de isquemia na CPM. Essas informações reforçam a ideia de que a investigação de isquemia pela CPM em mulheres com múltiplos fatores de risco para DAC talvez deva iniciar antes da menopausa.

  6. Efeitos cardiovasculares da abstinência do fumo no repouso e durante o exercício submáximo em mulheres jovens fumantes

    OpenAIRE

    Pureza,Demilto Yamaguchi da; Sargentini,Lina; Laterza,Rose; Flores,Lucinar Jupir Forner; Irigoyen,Maria Cláudia; Angelis,Kátia de

    2007-01-01

    OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito da abstinência do fumo nas respostas cardiovasculares ao exercício físico progressivo submáximo em mulheres sedentárias fumantes. MÉTODOS: A pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) e a freqüência cardíaca (FC) foram medidas de forma não invasiva em mulheres jovens não fumantes (MNF, n = 7) e fumantes (MF, n = 7), sem e com abstinência do fumo por 24 horas, em repouso, durante a realização do teste submáximo em biciclet...

  7. Enfrentamento e percepção da mulher em relação à infecção pelo HIV

    OpenAIRE

    Renesto, Helana Maria Ferreira; Falbo, Ana Rodrigues; Souza, Edvaldo; Vasconcelos, Maria Gorete

    2014-01-01

    OBJETIVO Analisar o enfrentamento e as percepções das mulheres em relação à descoberta da infecção pelo HIV. MÉTODOS Estudo qualitativo em Serviço de Assistência Especializada em HIV/aids em Recife, PE, de janeiro a setembro de 2010. Participaram oito mulheres entre 27 e 37 anos de idade vivendo com HIV, assintomáticas, sem critérios de diagnóstico de aids, infectadas por meio de relação sexual, e acompanhadas no serviço há pelo menos um ano. Foram utilizados formulário para caracterizar o ...

  8. Dança circular e qualidade de vida em mulheres mastectomizadas: um estudo piloto

    OpenAIRE

    Frison,Fernanda Sucasas; Shimo,Antonieta Keiko Kakuda; Gabriel,Mairany

    2014-01-01

    Avaliou-se a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas que participaram do grupo de estudo e do grupo de controle antes e após a prática da dança circular. Trata-se de estudo de intervenção com duração de três meses e amostragem de 35 mulheres. Aplicaram-se os questionários World Health Organization Quality of Life-bref para avaliar a qualidade de vida e outros para caracterização da amostra. Após a intervenção, análises estatísticas mostraram diferenças significativas no grupo de estudo ...

  9. Mulheres em situação de abortamento: estudo de caso Women in abortion situation: a case study

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Georgia Bianca Martins Bertolani

    2010-06-01

    Full Text Available Este trabalho pretende, por meio da abordagem qualitativa e a partir de estudo de caso, analisar as narrativas de 19 mulheres em situação de abortamento, que foram atendidas no Hospital da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam do município de Vitória. A coleta dos dados foi realizada com o uso de técnicas de observação participante, entrevista com roteiro semiestruturado, registro em diário de campo e análise de prontuário. Os dados se apresentam a partir da construção de narrativas, segundo o modelo proposto por Bourdieu (2003; a análise das entrevistas gravadas seguiu a orientação de Pope e colaboradores (2006, com a consequente construção de categorias empíricas emergentes das narrativas. As categorias emergentes das narrativas das mulheres foram divididas em quatro: as experiências reprodutivas; como as mulheres perceberam-se grávidas; a experiência do abortamento; e o atendimento nos serviços de saúde. Os resultados demonstraram que a assistência não contempla suas necessidades de saúde, nem respeita seus direitos reprodutivos. Elas caracterizam o atendimento como ruim, ineficiente, preconceituoso, independentemente de terem provocado ou não o abortamento.This research intends to analyze, through a qualitative approach and a case study, the narratives of 19 women in abortion situation, who were assisted in the HUCAM (Hospital of the Federal University of the city of Vitoria, state of Espírito Santo. The data collection was made through participative observation techniques, semi-structured interviews, registrations on a field notebook and analysis of the women's medical records. The data were presented through the construction of narratives, following the model proposed by Bourdieu (2003; the analysis of the recorded interviews followed the orientation of Pope et al. (2006, with the construction of empiric categories that emerged from the narratives. Four categories emerged from the women's narratives

  10. Diagnóstico molecular de HPV em amostras cérvicovaginais de mulheres que realizam o papanicolaou

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edilaine Leimann Kenne

    2014-12-01

    Full Text Available A infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV representa um importante problema de saúde pública por sua alta transmissibilidade e atuar no desenvolvimento de lesões cérvico-vaginais e câncer do colo de útero. Objetivo: realizar a pesquisa molecular do vírus HPV em amostras cérvico-vaginais de mulheres que realizam a coleta de papanicolau ou pelo Serviço Integrado de Saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul e pelo Centro Materno Infantil no município de Santa Cruz do Sul-RS. Método: foi realizado um estudo transversal no período entre março a junho de 2014. O estudo baseou-se na coleta de dados clínicos epidemiológicos e na análise de amostras cérvico-vaginais de 62 mulheres, através da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR para presença do HPV, utilizando os primers consenso MY09/MY11; para a detecção dos genótipos 16 e 18, foram utilizados primers específicos. Resultados: o DNA-HPV foi encontrado em 2 mulheres participantes do estudo (3,2%. Destes casos positivos para HPV, uma participante apresentou HPV 16 de alto risco oncogênico, com alteração intra-epitelial de alto grau no exame citológico. Considerações finais: com o método molecular foi possível identificar o vírus HPV e o subtipo 16. Os métodos moleculares servem para auxiliar o método tradicional do papanicolau, identificar lesões pré-neoplásicas, infecções latentes ou subclínicas e relacionar o tipo viral envolvido na infecção.

  11. Vivência da obesidade e do emagrecimento em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carlos Alberto Domingues do Nascimento

    2013-06-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou investigar em mulheres submetidas à cirurgia bariátrica os aspectos psicológicos relacionados à sua condição de obesa e ao seu emagrecimento. O método utilizado foi o descritivoexploratório, de abordagem qualitativa. Os dados permitiram, inicialmente, constatar que a obesidade, além de comprometer a saúde física, restringe a vida afetiva e social, pois impõe um autoconceito negativo e inibidor dos vínculos interpessoais. Com o processo de emagrecimento após a cirurgia, observa-se uma acentuada melhora das condições físicas e emocionais, as quais influenciam e são influenciadas pela reformulação positiva do autoconceito. Todavia, o emagrecimento tanto pode acarretar demandas estéticas irrealizáveis como certas vivências de despersonalização, as quais favorecem a desadaptação emocional ou a ocorrência de transtornos psíquicos. Pelas mudanças identitárias que acarreta, a cirurgia exige, preventivamente, o acompanhamento e o apoio psicológico às mulheres que a realizam.

  12. Atividade física na vida diária e densidade mineral óssea em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carrasco

    2015-02-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: o rápido envelhecimento da população contemporânea tem influenciado no desenvolvimento de estratégias para a prevenção da osteoporose em idosos. A atividade física diária é vista como uma possível estratégia para aumentar a massa óssea e ajudar a prevenir a perda óssea em pessoas idosas. No entanto, é essencial saber a quantidade mínima ou a intensidade adequada de atividade física que produza o aumento da massa óssea em mulheres idosas. OBJETIVO: analisar, durante uma semana, a relação entre a quantidade e a intensidade da atividade física diária com a densidade mineral óssea (DMO da mão, por meio da quantificação de atividade física diária em idosas. MÉTODOS: a amostra do estudo foi composta por 24 mulheres (idade 66-78 anos, que realizaram atividade física, durante 7 dias, com um gravador da aceleração dos movimentos do corpo em seu pulso, para uma quantificação individual da atividade física. Para medir a densidade mineral óssea da mão direita foi utilizada a técnica de dupla absorção de raios-X (DXA. RESULTADOS: uma relação significativa entre a prática semanal e o T-score (r = 0,99 e a prática semanal horizontal e o T-score (r = 0,99 foi encontrada no osso normal e no grupo ósseo com osteoporose, respectivamente. A relação entre T-score e a quantidade de atividade física não era clara em ambos os grupos. CONCLUSÃO: na amostra analisada, foi encontrada uma associação positiva entre a maior qualidade do osso da mão e a intensidade mais elevada de atividade física. A combinação de absorciometria acelerometria e de raios-X na mão obteve resultados semelhantes ao encontrados com outros métodos menos acessíveis.

  13. Uso de métodos contraceptivos entre mulheres com vida sexual ativa em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ioná Carreno

    Full Text Available Foi realizado um estudo transversal de base populacional em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil, com objetivo de analisar o uso de métodos contraceptivos. A amostra envolveu 867 mulheres de 20 a 60 anos com vida sexual ativa. Entre as mulheres que referiram atividade sexual, 627 (61,1% referiram utilizar algum método contraceptivo. Entre as mulheres de 20 a 49 anos, 48,8% referiram utilizar anticoncepcionais orais; 18,7%, ligadura tubária; 17,3%, preservativos masculinos; e 7,3%, dispositivo intra-uterino. Entre as 186 mulheres de 50 a 60 anos que referiram vida sexual ativa, o método mais prevalente foi a ligadura tubária com 79,6%. Foi observada uma modificação de efeito em relação à prevalência de anticoncepcionais orais, idade e escolaridade, evidenciando uma menor prevalência nas mulheres de 20 a 29 anos e com baixa escolaridade. Assim, os achados da análise em São Leopoldo apontam para uma diversidade na prevalência do uso de métodos contraceptivos, inclusive não fazendo distinção na ocorrência de laqueadura tubária de acordo com variáveis sócio-econômicas, mas ainda revelam a necessidade de propiciar-se escolhas tecnicamente mais adequadas às mulheres mais jovens e com baixa escolaridade.

  14. Insegurança alimentar no Nordeste e Sul do Brasil: magnitude, fatores associados e padrões de renda per capita para redução das iniquidades

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz Augusto Facchini

    2014-01-01

    Full Text Available O artigo analisa a insegurança alimentar em domicílios urbanos com crianças menores de sete anos de idade. Por meio de estudo transversal localizou-se, nas áreas de abrangência de unidades básicas de saúde, 5.419 domicílios na Região Nordeste e 5.081 na Região Sul do Brasil. A insegurança alimentar foi avaliada usando-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. A prevalência de insegurança alimentar moderada ou grave foi 22,9% no Nordeste e 7,5% no Sul. Em ambas as regiões, na análise ajustada, a maior probabilidade de insegurança alimentar moderada e grave foi identificada em domicílios chefiados por mulheres, com cor da pele materna preta e parda/mestiça, com menor escolaridade materna, menor renda familiar per capita e beneficiários do Bolsa Família. A insegurança alimentar moderada ou grave seria reduzida em 59,5% no Nordeste e em 45,4% no Sul, com uma renda familiar per capita mínima de R$ 175,00 ao mês. O aumento da renda familiar dos mais pobres e a melhor focalização do Bolsa Família são essenciais para a diminuição da insegurança alimentar no país.

  15. Distribuição dos casos de AIDS em mulheres no Rio de Janeiro, de 1982 a 1997: uma análise espacial

    OpenAIRE

    Tomazelli,Jeane; Czeresnia,Dina; Barcellos,Christovam

    2003-01-01

    A epidemia de AIDS vem crescendo e atingindo de forma diferenciada os diversos grupos populacionais. Sua dinâmica dentro das cidades também vem mostrando-se distinta segundo as características de cada região. Diferenciais internos das cidades vêm sendo relacionados a modos principais de propagação. Este trabalho analisa a epidemia de AIDS em mulheres no Município do Rio de Janeiro, usando o referencial espacial. Observa-se o crescimento da epidemia da AIDS entre mulheres atingindo mais intens...

  16. Botulismo de origem alimentar

    OpenAIRE

    Cereser,Natacha Deboni; Costa,Fernanda Malva Ramos; Rossi Júnior,Oswaldo Durival; Silva,Décio Adair Rebellatto da; Sperotto,Vitor da Rocha

    2008-01-01

    O botulismo alimentar ocorre pela ingestão de toxinas pré-formadas pelo Clostridium botulinum, consideradas as mais potentes dentre as toxinas conhecidas. Caracteriza-se como uma doença de extrema gravidade, de evolução aguda, provoca distúrbios digestivos e neurológicos, em conseqüência à ingestão de diversos tipos de alimentos. As conservas caseiras estão entre os alimentos que oferecem maior risco à população consumidora. Os produtos de origem animal são frequentemente associados aos surto...

  17. Comportamento alimentar de adolescentes em relação ao consumo de frutas e verduras Adolescent eating behavior regarding fruit and vegetable intakes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Natacha Toral

    2006-06-01

    Full Text Available OBJETIVO: Este estudo avaliou o comportamento alimentar pelo Modelo Transteorético e o estado nutricional de adolescentes de escolas de ensino técnico de São Paulo, quanto a seu consumo habitual de frutas e verduras. MÉTODOS: Investigaram-se o consumo alimentar habitual e a classificação nos estágios de mudança de comportamento, utilizando-se um questionário. Foram aferidos peso e altura para avaliação do estado nutricional pelo Índice de Massa Corporal. Para análise estatística, adotaram-se os testes "t" Student, Qui-Quadrado, Mann-Whitney e HSD-Tukey, com grau de significância de 5%. RESULTADOS: Observou-se baixa prevalência de desvios nutricionais entre os 234 participantes: 3,8% foram classificados como baixo peso e 12,4% apresentavam excesso de peso. Apenas 12,4% e 10,3% consumiam frutas e verduras, respectivamente, conforme o recomendado pela Pirâmide Alimentar. Cerca de um terço da amostra foi classificada tanto em pré-contemplação como em manutenção. Observou-se uma discrepância entre o consumo referido e a percepção alimentar, tendo em vista que 79,7% e 83,7% dos adolescentes acreditavam, erroneamente, que seu consumo de frutas e verduras, respectivamente, era saudável. CONCLUSÃO: O alto percentual de adolescentes em pré-contemplação evidencia a importância do desenvolvimento de estratégias específicas contra a maior resistência desses a modificações dietéticas. A percepção errônea quanto às características de uma dieta saudável e o baixo consumo de frutas e verduras classificam os adolescentes como grupo de risco, exigindo atenção especial para a promoção de hábitos alimentares saudáveis e garantia de qualidade de vida.OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate the eating behavior using the Transtheoretical Model and the nutritional status of adolescents from technical schools of São Paulo regarding their usual fruit and vegetable intakes. METHODS: A questionnaire was used to

  18. Transtornos alimentares em alunas de nutrição do Rio Grande do Sul Eating disorders in female nutrition students in Rio Grande do Sul state, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vanessa Ramos Kirsten

    2009-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar sintomas de transtornos alimentares em estudantes de Nutrição do sexo feminino em relação ao estado nutricional, à prática de atividade física e ao semestre cursado. MÉTODOS: Foi utilizado o Eating Attitudes Test-26 para verificar sintomas de transtornos alimentares em estudantes do curso de Nutrição de uma faculdade particular do Rio Grande do Sul. Foram coletados dados de peso e altura para a avaliação do estado nutricional, semestre cursado, prática de atividade física e dados demográficos. RESULTADOS: A amostra foi composta por 186 alunas. As entrevistadas, em sua maioria, apresentavam entre 21 e 25 anos de idade (50,0%, cor branca (93,5%, renda inferior a 10 salários-mínimos (66,0% e eram solteiras (91,0%. Os resultados do Eating Attitudes Test-26 demonstraram que 24,7% das estudantes apresentavam sintomas de transtornos alimentares. Cerca de 85,5% das estudantes da amostra eram eutróficas, 8,5% apresentavam algum grau de desnutrição e 6,0%, sobrepeso e/ou obesidade. Não houve significância estatística na comparação entre sintomas de transtornos alimentares com o estado nutricional (p=0,32, o semestre cursado (p=0,67 e com a prática de atividade física (p=0,12. CONCLUSÃO: Foi identificada alta proporção de sintomas de transtornos alimentares, porém sem significância estatística quando comparado com o estado nutricional, à atividade física e ao semestre cursado.OBJECTIVE: The objective of this study was to check for symptoms of eating disorders in female nutrition students in relation to their nutritional status, level of physical activity and academic semester. METHODS: The Eating Attitudes Test-26 was used to check for symptoms of eating disorders in nutrition students of a private college in Rio Grande do Sul, Brazil. The following data were collected: weight, height, academic semester, level of physical activity and demographic data. RESULTS: The sample consisted of 186 female

  19. TAXA DE DESENVOLVIMENTO DE FORÇA E ATIVAÇÃO NEURAL EM MULHERES PÓS-MENOPAUSADAS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Piettra Moura Galvão Pereira

    Full Text Available RESUMO Introdução: O envelhecimento associa-se à redução da velocidade de contração e ativação das fibras musculares, influenciando a aptidão física e o desempenho funcional. Objetivo: Verificar o comportamento da taxa de desenvolvimento de força (TDF e ativação neural em mulheres pós-menopausadas. Métodos: Vinte e quatro mulheres pós-menopausadas (63,2 ± 5,6 anos; 154,5 ± 7,3 cm e 64,7 ± 7,6 kg, funcionalmente independentes e fisicamente ativas, foram submetidas simultaneamente, à mensuração da força isométrica máxima e dos sinais eletromiográficos (EMG dos seguintes músculos: vasto lateral (VL, reto femoral (RF e vasto medial (VM, durante uma extensão unilateral do joelho do membro dominante. Tais resultados foram utilizados para calcular a TDF, o impulso contrátil, em intervalos de 20 ms nos primeiros 200 ms da contração muscular pelo uso da curva força/tempo, a taxa de ativação EMG (TAE e a amplitude média EMG, em intervalos de 40 a 80 ms do início da integração EMG pelo uso da curva EMG/tempo. Resultados: Os valores da força variaram entre 29,19 a 86,04 N.m; a TDF variou de 1459,42 N.m.s-1 para 430,21 N.m.s-1 em 20 ms e 200 ms respectivamente, apontando valores decrescentes com o tempo; para o impulso foram observados valores entre 0,65 a 11,07 N.m.s; na mesma direção da TDF, a TAE apresentou valores decrescentes para o VL (1676,08 a 844,41 µVs-1, para o RF (1320,88 a 637,59 µVs-1 e para o VM (1747,63 a 914,09 µVs-1 em 20 e 200 ms, enquanto a amplitude EMG média teve valores de 33,77 a 50,32 µV para o VL, de 24,93 a 38,07 µV para o RF e de 37,07 a 54,78 µV para o VM em 40 ms e 80 ms, respectivamente. Conclusão: Em mulheres pós-menopausadas, a velocidade de aumento, a manutenção da força e a ativação EMG não são suficientes para manter TDF e TAE crescentes, demonstrando um possível risco de incapacidades funcionais e ocorrência de quedas.

  20. Transtornos alimentares e imagem corporal em acadêmicos de Educação Física Eating disorders and body image in Physical Education students

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosimeide Francisco Santos Legnani

    2012-03-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi identificar as associações entre excesso de peso corporal, provável transtorno alimentar e distorção da imagem corporal em acadêmicos de educação física. A amostra foi formada por 229 universitários (45,6% rapazes. A imagem corporal foi analisada pelo questionário Body Shape Questionnaire (BSQ e os indicadores de transtorno alimentar pelo Eating Attitudes Test (EAT-26. A presença de transtorno alimentar esteve associada às distorções da imagem corporal (pThe objective of this study was to identify the relationships possible eating disorders and distortion of body image in physical education students. The sample was composed by 229 students (45.6% males. The body image was analyzed by mean Body Shape Questionnaire (BSQ and the eating disorders through Eating Attitudes Test (EAT-26. The presence of possible eating disorders was associated with distortion of body image (p<0.001 and not with nutritional status (p=0.448. Already the distortion in body image was associated both with possible eating disorders (p<0.001 and with the nutritional status (p=0.016. The university students with distortion of body image that were 5.29-folder higher (CI 95%: 2.15-13.09 when compared with no disorders group. The possible eating disorders indicators and distortion body image were higher in females and the higher nutritional status prevalence in males.

  1. Qualidade de vida de mulheres tratadas de câncer de mama em uma cidade do nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Barros Bezerra

    2013-07-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de mulheres tratadas cirurgicamente de câncer de mama no Hospital de Referência Estadual em Oncologia de São Luís (MA. A qualidade de vida foi avaliada pelo Functional Assessment of Cancer Therapy-Breast (FACT-B. As variáveis foram expressas em média e desvio padrão; e a análise estatística constou da Anova ou Kruskal Wallis e Teste t de Student ou Mann-Whitney. O nível de significância foi α < 5%. Na estatística foram usados o Stata 9.0 e o BioEstat 5.0. Participaram 197 mulheres com idade média de 53,0 ± 11,7 anos. Os valores médios do FACT-B demonstraram tendência para boa qualidade de vida, sendo o domínio Emocional o mais comprometido e a Subescala Câncer a mais favorável. O tipo de cirurgia influenciou os domínios Social, Emocional e Subescala câncer do questionário. A cirurgia não conservadora apresentou piores níveis de qualidade de vida. Viu-se relação estatística significante entre o tempo de cirurgia e os domínios Físico, Emocional e Funcional, bem como entre tempo de cirurgia e os escores do FACT-B. O tratamento adjuvante influenciou todos os domínios do FACT-B. A qualidade de vida encontrada foi relativamente boa, mas influenciada negativamente pela cirurgia não conservadora, pelo menor tempo desde a cirurgia e pelas terapias adjuvantes.

  2. Efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a musculatura pélvica em mulheres incontinentes

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maiara Guerra Valente

    2015-10-01

    Full Text Available A incontinência urinária é definida pela Sociedade Internacional de Continência como a perda involuntária de urina. É uma condição multifatorial, que acomete ambos os sexos, em diversas idades. O envelhecimento, a multiparidade e cirurgias prévias são alguns dos fatores que levam à disfunção da musculatura perineal. Objetivo: avaliar os efeitos da ginástica abdominal hipopressiva sobre a força dos músculos do assoalho pélvico em um grupo de seis mulheres com incontinência urinária de esforço. Método: as participantes foram submetidas à ficha de avaliação, testes de força perineal e teste de ativação do músculo transverso do abdômen, pré e pós-tratamento. Foram realizadas 10 sessões fisioterapêuticas. Ao final do tratamento, as pacientes foram reavaliadas e os dados foram analisados pela estatística descritiva. Resultados: observou-se melhora na força do assoalho pélvico, bem como melhora na ativação do transverso abdominal. Considerações finais: o protocolo da ginástica abdominal hipopressiva parece ser um método eficiente para auxiliar mulheres com incontinência urinária de esforço, pois aumentou a força perineal e ativou o músculo transverso do abdômen nas participantes deste estudo.

  3. A presença de mulheres negras em espaços públicos como uma questão de desigualdade de gênero

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mirian de Albuquerque Aquino

    2015-07-01

    Full Text Available Este artigo que discute a presença das mulheres negras nos espaços públicos tem sido objeto de estudo de pesquisadores da área de educação com o objetivo de compreender melhor como se processam as relações de gênero e o acesso, sobretudo, às universidades brasileiras. O ingresso das mulheres nos cursos superiores, no Brasil, se deu de forma tímida, a partir do início do século XIX. As mudanças na educação no Brasil expressam um crescimento do setor a partir da década de 1990. Este processo acentuou-se mais ainda, para homens e mulheres em 2000, mas mesmo havendo crescimento no acesso ao ensino superior, isso não significou igualdade nesse nível de ensino para homens e mulheres. Contudo, a presença das mulheres negras no ensino superior não está relacionada apenas à cor, mas também ao nível econômico, à pobreza e à origem familiar; tais fatores impedem o seu ingresso nas universidades. Mesmo com o desenvolvimento das políticas educacionais, as políticas de ações afirmativas, as lutas contra o racismo e o aumento das mulheres negras no ensino superior, ainda persistem as desigualdades de gênero e raça. No entanto, há claros sinais de que esse quadro registra dados animadores acerca da presença da mulher negra no cenário acadêmico e profissional atual.

  4. Influência da percepção do peso e do índice de massa corporal nos comportamentos alimentares anormais Influence of body mass index and body weight perception on eating disorders symptoms

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Angélica Nunes

    2001-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Estudar a associação entre a percepção do peso corporal, o índice de massa corporal e os comportamentos alimentares anormais. MÉTODOS: Delineamento transversal, de base populacional, com mulheres de 12 a 29 anos, da zona urbana de Porto Alegre, RS (n=513. Para medir a prevalência de comportamentos alimentares anormais utilizou-se o Teste de Atitudes Alimentares 26 (EAT-26 e o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE, considerados separadamente e em conjunto, e a percepção do peso corporal por meio de 2 perguntas estruturadas: qual era o peso que a mulher julgava ideal e a auto-avaliação sobre seu peso. O índice de massa corporal (IMC foi calculado por medida de peso e altura aferidos. RESULTADOS: Considerando os instrumentos conjuntamente, 30,2% das mulheres tinham comportamento alimentar de risco, e 11,3% apresentaram comportamento alimentar anormal. Além disso, 82% das mulheres apresentaram IMC normal, sendo que 2% eram magras, e 16% apresentaram IMC de sobrepeso/obesidade. Das mulheres estudadas, 46% tinham o ideal de pesar menos, e 37,8% consideravam-se gordas. Entre as mulheres com IMC normal, 25,2% das que se achavam normais apresentavam comportamento alimentar de risco, e 5,7 % comportamento alimentar anormal. Das mulheres que se consideravam gordas, 47,2% apresentaram comportamento alimentar de risco, e 19,2% tinham comportamento alimentar anormal. Mulheres que se sentiam gordas apresentaram um risco quatro vezes maior de apresentar comportamentos alimentares anormais (razão de odds 4,50; IC 95% 2,88-7,01; pOBJECTVE: To investigate the relationship between body mass index (BMI, body weight perception and eating disorder symptoms. METHODS: A population-based cross-sectional study was conducted among women aged between 12 and 29 years old in Porto Alegre, Brazil (n=513. The prevalence of eating disorder symptoms was assessed by using two instruments: the Eating Attitudes Test - 26 (EAT-26 and the Bulimic

  5. Mulheres fazendo música: a aprendizagem musical por meio do violão em grupo.

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lucielle Farias Arantes

    2007-10-01

    Full Text Available Trata-se de um relato de experiência, que tem por intuito demonstrar o emprego simultâneo e a funcionalidade de três pressupostos metodológicos: ensino instrumental em grupo, modelo (TEC(LA de Keith Swanwick e abordagem Multi-Modal de Marion Verhaalen, quando do processo de ensino-aprendizagem musical de um grupo formado por cinco mulheres. Tal processo se deu mediante a realização de um minicurso que contou com o violão como instrumento musicalizador e privilegiou a experiência musical direta. Além de auxiliar na sistematização dos conteúdos e na tomada de decisão em função das dificuldades apresentadas pelas alunas, a combinação das metodologias favoreceu o maior dinamismo nas aulas, a descontração e integração do grupo. Com o minicurso, as alunas demonstraram o desenvolvimento de habilidades musicais diversas e, principalmente, a satisfação em sentir e fazer música.

  6. Violência doméstica sob o olhar das mulheres atendidas em um instituto médico legal: as possibilidades e os limites de enfrentamento da violência vivenciada

    OpenAIRE

    Angelina Lettiere

    2011-01-01

    A violência contra a mulher, no âmbito doméstico, é um problema relevante que afeta um número significante de mulheres, sendo um fenômeno de conflitos sociais, arraigados nas desigualdades de gêneros. No enfrentamento desse problema, o acolhimento das mulheres nos serviços de saúde, nos serviços sociais e de segurança pública e judicial ocorre de maneira fragmentada e pontual, o que não resulta em resposta adequada às suas necessidades. Nesta direção é que se buscou compreender como as mulher...

  7. Violência física e homicídios em mulheres rurais : vulnerabilidades de gênero e iniquidades sociais

    OpenAIRE

    Potiguara de Oliveira Paz

    2013-01-01

    Este estudo aborda as lesões corporais e os homicídios em mulheres rurais em oito municípios da metade sul do Rio Grande do Sul no período de 2006 a 2010. O objetivo geral é descrever e analisar o perfil epidemiológico e sócio demográfico dos crimes de lesão corporal e homicídios em mulheres rurais e reconstruir as histórias e as circunstâncias das mortes na perspectiva das vulnerabilidades de gênero, nos municípios da metade sul do Rio Grande do Sul, no período de 2006 a 2010. Tratase de um ...

  8. Representações sobre consumo alimentar e suas implicações em inquéritos alimentares: estudo qualitativo em sujeitos submetidos à prescrição dietética Representations on food intake and its implications in nutritional investigations: qualitative study with subjects submitted to dietary prescriptions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rosa Wanda Diez Garcia

    2004-03-01

    Full Text Available OBJETIVO: Apresentar e discutir o caráter flexível que emergiu nos relatos sobre consumo alimentar em estudo qualitativo para avaliar práticas alimentares de pessoas submetidas a tratamento dietético por serem hipertensas e o impacto da preocupação com a saúde nestas. Os relatos de consumo alimentar foram analisados como representações sociais e se discutiu as implicações destas em inquéritos dietéticos. MÉTODOS: Em visita domiciliar foram entrevistados 30 hipertensos, sendo 15 de baixa renda e 15 de classe média. Para obtenção de informações sobre consumo alimentar foram aplicados os métodos recordatório alimentar de 24 horas, associado à história dietética e a um questionário de freqüência alimentar, no contexto de uma entrevista em profundidade semi-estruturada. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas em seu conteúdo. RESULTADOS: Situadas entre o discurso e as práticas, as representações expressaram flutuações e contradições sobre o consumo alimentar. Tais representações foram agrupadas em categorias apresentadas como: irregularidade da presença do alimento e das compras; modo de consumo conforme o tipo de alimento; variação do número de comensais; indução das respostas provocada pela busca de informações precisas por parte do entrevistador; falta de memória do entrevistado; imprecisão e contrariedade de relatos sobre consumo alimentar; uso de noções quantitativas cujos valores de referência são particulares ao sujeito e presença de terceiros testemunhando a entrevista. A estratégia metodológica utilizada permitiu observar que há menos precisão nas informações sobre consumo alimentar do que o esperado, por serem estas representações sociais, ou seja, construções mentais da realidade. Os resultados também sugerem que a abordagem da alimentação de sujeitos submetidos à prescrição dietética por meio de inquéritos alimentares pode ser insuficiente para conhecer

  9. A prática de exercícios físicos em pacientes com transtornos alimentares Physical exercises in patients with eating disorders

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Paula Costa Teixeira

    2009-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: Diferentes estudos discutem a relação da prática excessiva de exercícios físicos com transtornos alimentares como estratégia para perda de peso. OBJETIVO: Revisar a literatura sobre a prática de exercícios físicos em pacientes com transtornos alimentares, discutindo definições, critérios diagnósticos e propostas terapêuticas. MÉTODOS: Levantamento bibliográfico foi realizado por meio de MedLine, LiLacs e Cochrane Library, com os termos "transtornos alimentares", "anorexia", "bulimia", "exercício físico excessivo", "atividade física", "exercício obrigatório", "exercício compulsivo" e "exercício excessivo". RESULTADOS: Dos 80 artigos encontrados, foram selecionados 12 que incluíam a investigação de um padrão de atividade física considerado excessivo em indivíduos acima dos 18 anos e uso de algum instrumento de avaliação para essa finalidade. A prática de exercícios físicos em pacientes com transtornos do comportamento alimentar é revisada. CONCLUSÃO: Não há consenso sobre critérios diagnósticos e instrumentos para considerar o exercício físico como inadequado ou excessivo e seu uso como recurso para perder peso. Por outro lado, a prática de exercícios físicos durante o tratamento de pacientes com transtornos alimentares pode ser benéfica desde que orientada e supervisionada.BACKGROUND: Several studies discuss the relationship between excessive physical exercises and eating disorder patient as a strategy to lose weight. OBJECTIVE: Review the literature concerning physical exercises in eating disorder patients including definitions, diagnostic criteria and therapeutic proposals. METHODS: A literature review was done through MedLine, LILACS and Cochrane databases using the terms "eating disorders", "anorexia nervosa", "bulimia nervosa", "physical activity", "obligatory exercise", "compulsive exercise" and "excessive exercise". RESULTS: 12 articles in a sampling of 80 were selected. These

  10. Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey e Health Assessment Questionnaire em mulheres submetidas à abdominoplastia em âncora após cirurgia bariátrica

    OpenAIRE

    Omonte, Ivan René Viana [UNIFESP

    2011-01-01

    Introdução: A cirurgia bariatrica tem possibilitado perda de peso com consequente excesso de pele e tela subcutanea. A abdominoplastia em ancora auxilia na melhora das deformidades resultantes da perda de peso. OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida e a capacidade funcional em mulheres submetidas a abdominoplastia em ancora apos cirurgia bariatrica. METODOS: Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey e Health Assessment Questionnaire foram utilizados para mensuracao prospectiva de...

  11. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática alimentar, 70,2% (n=190 consumiam menos de cinco refeições ao dia e 56,3% (n=153 não faziam o café da manhã, não tendo diferença entre as redes escolares. O consumo de frutas (10%; n=27 e vegetais (14,1%; n=38 foi baixo. Os estudantes das EPr consumiam mais refrigerantes (41,7%; n=30 do que os da EPu (28,5%; n=57; p=0,03. Constatou-se, que 47% (n=93 dos alunos da EPu e que 32,4% (n=27 da EPr não consumiam fast-food (p=0,02. Identificou-se que os adolescentes das EPu eram mais ativos do que os das EPr (77%; n=153 versus 54,2%; n=40; p=0,0002, mas essa diferença não mostrou associação com o grau de obesidade (p=0,88. Conclusão: Os adolescentes das escolas públicas e particulares apresentavam prática alimentar inadequada, havendo poucas diferenças entre eles. Os jovens das EPu apresentaram-se mais ativos que os das EPr, entretanto, este nível de atividade física não influenciou no grau de obesidade. doi:10.5020/18061230.2014.p92

  12. O ambiente alimentar e o acesso a frutas e hortaliças: “Uma metrópole em perspectiva”

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Cristine Souza Lopes

    Full Text Available Resumo Este trabalho objetivou explorar o ambiente alimentar de acordo com o acesso a frutas e hortaliças (FH, a partir da perspectiva de uma grande metrópole brasileira, referência internacional para políticas públicas de segurança alimentar e nutricional (SAN. Procedeu-se à revisão da literatura e de site oficial de divulgação das políticas de SAN e de planejamento urbano de Belo Horizonte (MG, além da construção de mapas. Os programas de SAN no município atendem a mais de um milhão de pessoas por dia, incluindo iniciativas de incentivo à produção de alimentos, defesa e promoção do consumo alimentar, comercialização subsidiada de alimentos e refeições, e capacitação em alimentação. Verificou-se no município a concentração de estabelecimentos comerciais de FH, incluindo aqueles com subsídios públicos (feiras-livres e sacolões públicos, na região mais rica da cidade, com acesso limitado na periferia e territórios de serviços de promoção da saúde (Programa Academia da Saúde. Entretanto, o aumento de unidades de sacolões públicos e privados, feiras-livres e supermercados poderia favorecer o acesso a alimentos saudáveis nos territórios mais vulneráveis. Estes dados revelam a importância do monitoramento das políticas públicas, pela sociedade civil e representantes do governo, visando reduzir as iniquidades e contribuir para melhoria da qualidade de vida e o bem-estar social da população, além de colaborar para sistemas alimentares sustentáveis. Sugere-se que políticas públicas de SAN dialoguem com outras políticas, como as de saúde, planejamento urbano, assistência social, agricultura, dentre outras, de forma a promover a equidade e atender intersetorialmente às necessidades de comunidades mais vulneráveis.

  13. Ingestão alimentar em pacientes com doença inflamatória intestinal Food intake in patients with inflammatory bowel disease

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alice Freitas da Silva

    2011-09-01

    Full Text Available RACIONAL: Pacientes com doença inflamatória intestinal podem apresentar deficiências nutricionais. OBJETIVO: Verificar a adequação da ingestão alimentar de pacientes com doença de Crohn e retocolite ulcerativa inespecífica. MÉTODOS: Para avaliação da ingestão alimentar de 55 pacientes, 28 com doença de Crohn e 27 com retocolite ulcerativa atendidos em ambulatório de gastroenterologia, utilizou-se o Recordatório Alimentar de 24 Horas e o Questionário de Frequência Alimentar. A atividade inflamatória da doença foi avaliada pelos níveis séricos de proteína C reativa e o Índice de Harvey e Bradshaw. Para comparação de médias foi usado o teste t não pareado e, para as médias não paramétricas, o teste de Mann-Whitney, considerando nível de significância valor de pBACKGROUND: Patients with inflammatory bowel disease may have nutritional deficiencies. AIM: To verify the adequacy of dietary intake of patients with Crohn's disease and ulcerative colitis. METHODS: To assess food intake of 55 patients, 28 with Crohn's disease and 27 with ulcerative colitis treated in the gastroenterology clinic, was used the 24-Hour Food Recall and Food Frequency Questionnaire. The inflammatory activity of the disease was evaluated by serum C-reactive protein and Harvey and Bradshaw Index. For comparison of means t test was used, and the average on non-parametric, the Mann-Whitney test, with level of significance p <0.05. RESULTS: The patients were aged between 19 and 63 years and time since diagnosis was 7.9 years (1 to 22. According to the food intake was identified deficiency in energy intake, fiber, iron, potassium, sodium, magnesium, calcium, menadione, riboflavin, niacin, folate, pantothenic acid, tocopherol and cholecalciferol in Crohn's disease and ulcerative colitis, active or in remission. The intake of vegetables, fruits, dairy products and beans were low, and intake of fats and sweets was higher than the recommendations

  14. Associação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lorene G. Coelho

    2012-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a relação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 661 escolares de 6-14 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e privadas da área urbana da cidade. Um questionário semiestruturado foi aplicado para coleta das variáveis demográficas, socioeconômicas, antropométricas e nível de atividade física. Os escolares foram classificados segundo critérios para índice de massa corporal por idade, percentual de gordura corporal e nível de atividade física, respectivamente. Os dados dietéticos foram obtidos por meio de questionário de frequência alimentar validado e específico para crianças e adolescentes, a partir do qual o consumo alimentar foi avaliado segundo o Recommended Foods Score adaptado, cuja finalidade é a avaliação da qualidade global da dieta com enfoque no consumo de alimentos saudáveis. RESULTADOS: Elevadas frequências de excesso de peso segundo índice de massa corporal por idade (20,1% e percentual de gordura corporal (22,8%, bem como inatividade física (80,3%, foram observadas entre os escolares. Baixas pontuações no escore de consumo foram encontradas para 77,2% dos escolares. Não foi observada associação significativa entre o excesso de peso e inatividade física ou consumo alimentar (p > 0,05. CONCLUSÃO: Os escolares apresentaram elevada frequência de excesso de peso, que de forma isolada não foi associada a alta inatividade física e baixa qualidade da dieta. Assim, mais estudos devem ser realizados para identificar outros fatores além dos descritos que possam estar influenciando a presença do excesso de peso nessa população.

  15. Prática alimentar e de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas e privadas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lívia Freitas Campos

    2014-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a prática alimentar e o nível de atividade física em adolescentes obesos de escolas públicas (EPu e privadas (EPr de Fortaleza-CE. Métodos: Estudo transversal realizado com 272 adolescentes de Epu e EPr, no período de abril de 2007 a maio de 2009. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação (idade, sexo, antropométricos (peso e altura, situação escolar, prática alimentar e nível de atividade física. Resultados: Dos avaliados, observou-se que 160 (58,8% eram do sexo feminino, com idade média de 16,5 anos (±1,31. Houve prevalência da obesidade moderada, com 85,5%, (n=171 na EPu e 76,4%, (n=55 na EPr. Não se constatou diferença entre o grau de obesidade e a rede escolar. Sobre a prática alimentar, 70,2% (n=190 consumiam menos de cinco refeições ao dia e 56,3% (n=153 não faziam o café da manhã, não tendo diferença entre as redes escolares. O consumo de frutas (10%; n=27 e vegetais (14,1%; n=38 foi baixo. Os estudantes das EPr consumiam mais refrigerantes (41,7%; n=30 do que os da EPu (28,5%; n=57; p=0,03. Constatou-se, que 47% (n=93 dos alunos da EPu e que 32,4% (n=27 da EPr não consumiam fast-food (p=0,02. Identificou-se que os adolescentes das EPu eram mais ativos do que os das EPr (77%; n=153 versus 54,2%; n=40; p=0,0002, mas essa diferença não mostrou associação com o grau de obesidade (p=0,88. Conclusão: Os adolescentes das escolas públicas e particulares apresentavam prática alimentar inadequada, havendo poucas diferenças entre eles. Os jovens das EPu apresentaram-se mais ativos que os das EPr, entretanto, este nível de atividade física não influenciou no grau de obesidade.

  16. O uso prolongado de benzodiazepínicos em mulheres de um centro de convivência para idosos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gisele Huf

    Full Text Available Apesar das recomendações contra o uso prolongado de benzodiazepínicos em idosos, as pesquisas indicam que o uso desses medicamentos aumenta com a idade. O padrão de uso de benzodiazepínicos e os fatores associados ao uso prolongado destes foram examinados com base em um questionário padronizado, aplicado a 634 mulheres com mais de sessenta anos, participantes de um centro de convivência para idosos no Rio de Janeiro, entre maio de 1992 e dezembro de 1995. A prevalência de uso de benzodiazepínicos na última quinzena foi estimada em 21,3% (IC 95% 18,1-24,5, e a prevalência de uso diário por 12 meses ou mais em 7,4% (IC 95% 5,4-9,4. Em uma análise multivariada, o número de medicamentos consumidos mostrou uma associação importante e progressiva com o uso prolongado de benzodiazepínicos, com OR = 2,77 (IC 95% 1,17-6,57 para aquelas que consomem entre quatro a seis medicamentos e OR = 7,62 (IC 95% 3,18-18,26 para aquelas que consomem mais de sete medicamentos. Queixas de insônia (OR = 8,87 IC 95% 2,53-31,06 e cefaléia (OR = 3,53 IC 95% 1,82-6,89 também estiveram fortemente associadas a este padrão de uso.

  17. Desenvolvimento de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA para um estudo caso-controle de dieta e câncer de mama em João Pessoa - PB Development of a Quantitative Food Frequency Questionnaire (QFFQ for a breast cancer and diet case-control study in Joao Pessoa -PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Flávia Emília Leite de Lima

    2003-12-01

    Full Text Available O presente trabalho descreve o desenvolvimento de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar (QQFA para utilização em estudo caso-controle sobre dieta e câncer de mama em João Pessoa. Um inquérito recordatório de 24 horas (IR24h foi aplicado em 100 mulheres, entre 20 e 75 anos, que se utilizam de serviços públicos de saúde. Foram identificados 217 alimentos, agrupados em itens alimentares, segundo semelhanças de valor nutritivo por porção alimentar e/ou fontes dos nutrientes de interesse (energia, carboidratos, proteínas, lipídios, vitamina C e retinol. Para a inclusão desses itens no QQFA, calculou-se a contribuição percentual de cada um desses nutrientes, utilizando-se a fórmula de proporção ponderada de Block, e, para sua inclusão, os alimentos precisariam estar perfazendo até 90% de contribuição em algum dos nutrientes, ser fonte de um dos nutrientes em estudo ou pertencer ao hábito da população. O QQFA constou de 68 itens alimentares. Para o cálculo do tamanho de porção, os pesos correspondentes às medidas caseiras dos IR24H foram divididos em quartis, com a porção de referência (média correspondendo ao P50 e as demais (P25,P75 e P100 referindo-se aos tamanhos pequeno, grande e extra grande, respectivamente.This paper describes the development of a Quantitative Food Frequency Questionnaire (QFFQ to be applied in a case-control study on diet and breast cancer in João Pessoa. A 24-hour Dietary Recall (24hDR was obtained from 100 women, aged 20-75 years, from distinct socio-economic strata, using public health services. Foods were grouped in food items, according to similarity of nutritional value per food portion and/or sources of food nutrients (energy, carbohydrates, lipids, protein, vitamin C and retinol. We calculated the percentual contribution of each nutrient. Utilizing Block's formula , and criteria for grouping food itens included contribution of 90% for any nutrient, to be source of

  18. Transtornos alimentares comórbidos em uma amostra clínica de adultos com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

    OpenAIRE

    Mattos,Paulo; Saboya,Eloisa; Ayrão,Vanessa; Segenreich,Daniel; Duchesne,Monica; Coutinho,Gabriel

    2004-01-01

    A comorbidade de transtornos alimentares (TA) com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é pouco investigada, apesar de relevante para o tratamento clínico. MÉTODOS: 86 adultos com transtorno do déficit de atenção com hipeartividade segundo o DSM-IV de uma amostra inicial de 107 indivíduos auto-referidos para um centro especializado em TDAH foram entrevistados com o SCID-P para avaliar a presença de transtornos alimentares e outros transtornos comórbidos. RESULTADOS: Nov...

  19. Dança circular e qualidade de vida em mulheres mastectomizadas: um estudo piloto

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Sucasas Frison

    Full Text Available Avaliou-se a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas que participaram do grupo de estudo e do grupo de controle antes e após a prática da dança circular. Trata-se de estudo de intervenção com duração de três meses e amostragem de 35 mulheres. Aplicaram-se os questionários World Health Organization Quality of Life-bref para avaliar a qualidade de vida e outros para caracterização da amostra. Após a intervenção, análises estatísticas mostraram diferenças significativas no grupo de estudo quanto aos domínios psicológico, físico e meio ambiente, dado congruente com o discurso das participantes da pesquisa sobre o benefício da dança. O resultado incentiva a continuação da prática da dança circular na promoção da saúde.

  20. ANÁLISE DE FRAÇÕES DE FIBRA ALIMENTAR EM RÚCULA E ALFACE EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO, SOB SISTEMA HIDROPÔNICO

    OpenAIRE

    Fernanda Fernandes MACHADO; Mariana Moura Ercolani NOVACK; José Laerte NÖRNBERG; Elisângela COLPO

    2011-01-01

    As hortaliças são alimentos fontes de fi bras de grande importância. Este trabalho teve como objetivo avaliar o teor de fi bra alimentar total e suas frações em cultivar de alface e rúcula, sob sistema hidropônico, em diferentes estágios de maturação. As plantas foram coletadas e analisadas segundo método de n. 991.43 da AOAC. ³ Houve diferenças signifi cativas em relação à fração da fi bra insolú- vel, sendo maior na rúcula em relação à alface (p=0,00015). A rúcula te...

  1. Consumo abusivo de álcool em mulheres Consumo excesivo de alcohol entre las mujeres Heavy alcohol consumption among women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Graciele Cadahaiane de Oliveira

    2012-06-01

    Full Text Available Este estudo descritivo, exploratório, objetivou caracterizar as mulheres atendidas em um Hospital de Ensino do Noroeste do Paraná, por abuso de álcool, nos anos de 1999 a 2008, segundo variáveis sociodemográficas e dados da intoxicação. Dos 823 atendimentos, a faixa etária mais frequente foi dos 20 aos 49 anos (58,32%. 13 (1,58% mulheres estavam grávidas; 12,5% apresentavam de 9 a 12 anos de estudo. Os destilados foram a principal bebida utilizada, e a ingestão foi mais prevalente no período noturno. Cerca de 156 (18,96% mulheres necessitaram de internamento hospitalar. Evasão hospitalar foi observada em 8,5% dos casos. Conclui-se que a população feminina representa um subgrupo da população suscetível ao abuso do álcool, e, com o perfil descrito neste estudo, foi possível descrever as áreas de impacto na saúde da mulher, possibilitando a implementação de medidas preventivas para diminuir a ocorrência, as complicações e a reincidência nessa população.Este estudio descriptivo, exploratorio tiene por objetivo caracterizar las mujeres que acuden a Hospital Universitario de Paraná en el Noroeste, por abuso de alcohol en los años de 1999 a 2008, según los datos sociodemográficos de la intoxicación y se asocia con trauma y violencia. De los 823 atendimentos la faja de edad más frecuente fue de los 20 a los 49 años (58,32%. 13 (1,58% mujeres estaban embarazadas; 12,5% presentaban de 9 a 12 años de escolaridad.. fonéticamente Los destilados fueron la bebida principal y más prevalente en la noche. Cerca de 156 (18,96% mujeres requirieron hospitalización. La evasión hospitalaria se observó en el 8,5% de los casos. Se concluye que la población femenina representa un subgrupo de la población susceptible al abuso del alcohol y, con el perfil descrito en este estudio, fue posible describir las áreas de impacto en la salud de la mujer, posibilitando la implementación de medidas preventivas para disminuir el

  2. Prevalência de obesidade visceral estimada por equação preditiva em mulheres jovens pernambucanas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marina de Moraes Vasconcelos Petribú

    2012-04-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: O acúmulo de gordura visceral é considerado o principal fator de risco para doenças cardiovasculares e metabólicas. OBJETIVO: Determinar a prevalência de obesidade visceral e avaliar sua associação com fatores de risco cardiovasculares em mulheres jovens do Estado de Pernambuco. MÉTODOS: Estudo transversal, realizado com dados da "III Pesquisa Estadual de Saúde e Nutrição", envolvendo mulheres entre 25 e 36 anos. Avaliaram-se as variáveis: Índice de Massa Corporal (IMC, Circunferência da Cintura (CC, Razão Cintura-Estatura (RCE, Volume de Gordura Visceral (VGV estimado por equação preditiva, Pressão Arterial Sistólica e Diastólica (PAS, PAD, Colesterol Total (CT, Triglicerídeo (TG, Glicemia de Jejum (GJ. RESULTADOS: Foram avaliadas 517 mulheres, com mediana de idade de 29 anos (27-32 e prevalência de obesidade visceral de 30,6%. Valores de IMC, PAS, PAD e TG foram superiores no grupo com obesidade visceral: IMC = 28,0 kg/m² (25,0 - 21,4 vs 23,9 kg/m² (21,5 - 26,4; PAS = 120,0 mmHg (110,0 - 130,0 vs 112,0 mmHg (100,0 - 122,0; PAD = 74 mmHg (70 - 80 vs 70 mmHg (63 - 80; TG = 156,0 mg/dL (115,0 - 203,2 vs 131,0 mg/dL (104,0 - 161,0, respectivamente, p < 0,01. Idade, PAS, PAD, TG e CT apresentaram correlação positiva e significante com o VGV: r = 0,171; 0,224; 0,163; 0,278; 0,124; respectivamente, p < 0,005. CONCLUSÃO: Verificou-se uma elevada prevalência de obesidade visceral, estando estatisticamente correlacionada a fatores de risco cardiovasculares.

  3. Mulheres em tratamento ambulatorial por abuso de álcool: características sociodemográficas e clínicas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Larissa Horta Esper

    Full Text Available Estudo quantitativo e descritivo, com o objetivo de identificar características sociodemográficas e clínicas de mulheres em tratamento ambulatorial por abuso de álcool. Os dados foram coletados em prontuários de mulheres com transtornos relacionados ao álcool, atendidas em serviço psiquiátrico ambulatorial. Foi realizado levantamento, leitura e análise descritiva. A amostra foi composta por 27 prontuários, a média de idade das mulheres foi 50 anos, maioria casada (59,6%, não trabalhava (70,4%, com ensino fundamental incompleto (70,4%, com familiar alcoolista (81,5% e outros diagnósticos psiquiátricos (70,3%. Prejuízos físicos, sociais e emocionais mais frequentes foram: sintomas advindos da síndrome de abstinência alcoólica (66,7%, conflitos familiares (72% e "tristeza" (79,2%. A violência familiar foi registrada em 11 prontuários (40,7%. Verificaram-se baixa escolaridade, desemprego, comorbidades psiquiátricas e presença de outro familiar com abuso de álcool como características comuns. Destaca-se a importância do conhecimento profissional sobre as peculiaridades do alcoolismo feminino para ações de saúde mais efetivas.

  4. Qualidade de vida em mulheres praticantes de Hatha Ioga Quality of life in female practitioners of Hatha Yoga

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristina Martins Coelho

    2011-03-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi avaliar, em um grupo de mulheres saudáveis, os efeitos da prática regular de Ioga sobre a qualidade de vida. Tratou-se de um estudo transversal controlado, no qual participaram 25 mulheres saudáveis, com idades entre 20 e 59 anos, divididas nos grupos IOGA (praticantes há pelo menos seis meses e CONTROLE (sedentárias, compostos respectivamente por 13 e 12 voluntárias. A qualidade de vida foi avaliada utilizando-se o questionário SF-36. Para análise estatística foram realizados o teste t independente e as provas não paramétricas de Mann-Whitney. O grupo IOGA apresentou pontuação significativamente mais elevada no domínio "dor" e no escore físico geral (p The aim of the present study was to evaluate, in a group of healthy women, whether the regular practice of Hatha Yoga could have an impact on their quality of life. It was a transversal controlled study, composed by 25 women, aged between 20 and 59 years, divided in two groups: YOGA (at least six months of Hatha Yoga practice and CONTROL (non-active women, composed by 13 and 12 volunteers, respectively. The quality of life was assessed through the SF-36 questionnaire. The statistical procedures included the independent t test and the Mann-Whitney tests. The YOGA group presented higher scores in the "body pain" domain and in the general physical score (p < 0,05. It can be concluded that, in the assessed population, the regular practice of Hatha Yoga has positively influenced some aspects of the quality of life.

  5. Associação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares

    OpenAIRE

    Coelho, Lorene G.; Cândido, Ana Paula C.; Machado-Coelho, George L. L.; Freitas, Silvia N. de

    2012-01-01

    OBJETIVO: Analisar a relação entre estado nutricional, hábitos alimentares e nível de atividade física em escolares. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com 661 escolares de 6-14 anos de idade, matriculados nas escolas públicas e privadas da área urbana da cidade. Um questionário semiestruturado foi aplicado para coleta das variáveis demográficas, socioeconômicas, antropométricas e nível de atividade física. Os escolares foram classificados segundo critérios para índice de massa corporal ...

  6. Padrão alimentar de crianças de 6 a 24 meses em área rural do Maranhão

    OpenAIRE

    Sousa,Francisca Georgina Macedo de; Araújo,Thelma Leite de

    2005-01-01

    Estudo exploratório transversal com o objetivo de identificar práticas alimentares infantis adotadas por famílias da Vila São Pedro, Paço do Lumiar - MA - Brasil. A população do estudo foi representada por crianças na faixa etária de 6 a 24 meses totalizando 118 crianças. Os dados subjetivos foram coletados em entrevistas individuais com as mães utilizando-se as variáveis do Elemento Estilo de Vida do Modelo Campo de Saúde de Lalonde. Na população estudada o aleitamento materno foi amplamente...

  7. Principais genótipos de papilomavírus humano em mulheres ribeirinhas na Amazônia brasileira

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elza Baia de Brito

    2016-03-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar a distribuição dos principais genótipos do papilomavírus humano (HPV oncogênicos em mulheres de áreas ribeirinhas e pesqueiras de diferentes regiões geográficas da Amazônia brasileira. Métodos: Estudo transversal, realizado no período de 2013 a 2014. Participaram 516 ribeirinhas e pesqueiras maiores de 13 anos, inscritas no Programa de Prevenção do Câncer de Colo Uterino (PCCU e submetidas à coleta de material cervicovaginal para o Teste Papanicolau, realizado in loco por médico membro da equipe de pesquisadores, pesquisa de DNA/HPV e genotipagem pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR, realizados no Laboratório de Imunopatologia da Universidade Federal do Pará por pesquisadores da mesma equipe, além da coleta de informações como a idade e o tipo de atendimento, também coletados pelos pesquisadores. Todos os dados foram analisados através do Programa Biostat 5.0, considerando diferença significativa quando p<0,05. Resultados: A média de idade das mulheres nas comunidades A e B foram, respectivamente, 40 e 39 anos, enquanto nas comunidades C, D e E foi de 37 anos. A prevalência da infecção pelo HPV variou de 7,6% a 29,2%. Dentre os tipos oncogênicos pesquisados, os mais freqüentes foram HPV52 (n=5; 5,15%, HPV35 (n=4; 4,12% e HPV58 (n=3; 3,09%. Os principais tipos oncogênicos encontrados estão concentrados na região de Itaituba (comunidades A, B e Bragança (comunidade E. Conclusão: Em todas as localidades estudadas foi encontrado um elevado percentual de infecção, cujo tipo de HPV não foi identificado entre os testados, destacando-se as comunidades C e D, com 100% dos casos.

  8. A condição feminina em Lisístrata e em A Fonte das Mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Amanda Jéssica Ferreira Moura

    2016-12-01

    Full Text Available O presente trabalho dá enfoque à comédia grega Lisístrata (411 a.C, de Aristófanes, e a sua adaptação cinematográfica, o filme A Fonte das Mulheres (La Source des Femmes, 2011, coproduzido por França, Bélgica e Itália e dirigido pelo romeno Radu Mihaileanu. Ambas as obras trazem a questão da greve do sexo instaurada pelas mulheres, mas os motivos e os desdobramentos dessa greve são divergentes. Para desenvolvimento de nossa pesquisa, partimos da descrição de excertos da comédia e de cenas do filme, considerando as peculiaridades dos contextos de produção e recepção de cada uma delas, a fim de examinar as diferenças no que se refere ao tratamento dado às questões femininas nas obras citadas. Para fundamentar teoricamente o trabalho, recorremos a pesquisadores que se debruçaram sobre os estudos de tradução e adaptação, como Hermans (1992 e Lefevere (1992, e sobre o estudo da comédia grega, como Pompeu (1997 e Oliveira e Silva (1991. Uma vez que os contextos de produção e recepção das obras são distintos, as escolhas feitas durante a elaboração dessas narrativas também se diferenciam, o que aponta para um processo de reescritura do enredo. Os resultados demonstram que a obra cinematográfica, devido ao contexto no qual se insere, debate a condição feminina de modo diverso da comédia: enquanto a comédia aristofânica aborda a temática da mulher para discutir sobre a manutenção da pólis, o filme acolhe pontos de discussão importantes para o próprio movimento feminista e discute a opressão que o patriarcado impõe às mulheres

  9. Perfil de homens autores de violência contra mulheres detidos em flagrante: contribuições para o enfrentamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandra Bittencourt Madureira

    2014-12-01

    Full Text Available Objetivo: Delinear o perfil de agressores detidos em flagrante delito e da violência que perpetraram contra mulheres no período de implantação e consolidação da lei Maria da Penha, em um município da região central do estado do Paraná. Métodos: Pesquisa retrospectiva documental, realizada mediante apreciação de 130 Autos de Prisão, analisados pela estatística descritiva. Resultados: Eram adultos jovens, casados, com baixa escolaridade e trabalho remunerado. 89,3% foram libertados sob pagamento de fiança. Eram, majoritariamente, cônjuges, que sob efeito de álcool, praticaram violência. Um número significativo já possuía outros registros de violência doméstica. Conclusão: A denúncia, como ação isolada, revelou-se insuficiente para interromper o ciclo da violência. É necessário voltar-se para além da denúncia, pela implantação de ações de enfrentamento articuladas entre os setores de saúde, educação, segurança, justiça e assistência social, voltadas à igualdade de gênero e a cultura de paz.

  10. Estudo de associação entre força muscular e massa magra em mulheres idosas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo Moreno Lima

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo do presente estudo foi verificar a associação entre a força muscular isocinética da musculatura extensora do joelho do membro dominante com a MM de diferentes segmentos corporais, em mulheres idosas. Um total de 258 idosas (66,58±5,6anos; 65,6±11,7kg; 1,53±0,07m foram submetidas à avaliação isocinética do pico de torque (PT e da MM (DXA. Correlações de Pearson foram examinadas entre os índices de MM dos braços, das pernas, do tronco, do corpo inteiro, da perna dominante (MMB, MMP, MMT, MMI, MMPD, respectivamente com o PT. O nível de significância foi de <0,05. Após análise dos dados, foi observado que a MM apresentou correlação positiva e significante com o PT. A correlação foi mais consistente à medida que a MM avaliada era mais próxima a musculatura da avaliação (MMPD, (MMT= 0,31, MMB= 0,39, MMI= 0,52, MMP= 0,55, MMPD= 0,60. Com base nos resultados observados, concluímos que a MM é um dos importantes determinantes do PT em idosas.

  11. Efeito da utilização de complemento alimentar em idosos atendidos em um ambulatório na cidade de São Paulo

    OpenAIRE

    Borrego, Carolina de Campos Horvat; Cantaria, Juliana dos Santos

    2013-01-01

    OBJETIVO: Verificar o efeito da utilização de complemento alimentar na população idosa atendida pelo setor de nutrição de um ambulatório na cidade de São Paulo, por meio da evolução do peso e do Índice de Massa Corpórea (IMC) desses pacientes. MÉTODOS: A amostra foi composta de idosos com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, que fazem uso de complemento alimentar prescrito pelas nutricionistas do setor. As variáveis estudadas foram: gênero, idade, peso, estatura, IMC, patologias mais frequente...

  12. ANÁLISE DA OFERTA ALIMENTAR EM REFEIÇÕES DE UMA PRÉ-ESCOLA DA CIDADE DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Carolina Henrique Vieira

    2015-08-01

    Full Text Available O comportamento alimentar tem suas bases fixadas na infância. A qualidade e quantidade dos alimentos ingeridos pela criança são essenciais, uma vez que resultam em repercussões nas práticas alimentares, tendo a escola um papel determinante na construção desses hábitos. O objetivo deste estudo foi analisar qualitativamente e quantitativamente a refeição fornecida a alunos do ensino Infantil por uma escola privada da cidade de São Paulo. Para a avaliação da qualidade do cardápio mensal, foi aplicado o método de Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio (AQPC adaptado. Para quantificar o porcionamento per capita, foram considerados a quantidade de refeição servida e os alimentos colocados no prato em três dias. O consumo médio foi calculado descontando-se os restos. A qualidade do cardápio foi considerada adequada uma vez que foram fornecidos frutas, legumes e verduras todos os dias e não houve oferta de doces e sucos industrializados. O porcionamento médio foi de 248,81g per capita. Os restos representaram 20,75%. Concluiu-se que houve um índice de resto considerável, o que torna necessária a busca por medidas para a redução de desperdícios.

  13. Desenvolvimento de Questionário de Frequência Alimentar para adultos em amostra de base populacional de Cuiabá, Região Centro-Oeste do Brasil Development of a Food Frequency Questionnaire for adults in a population-based sample in Cuiabá, Mid-Western Region of Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Márcia Gonçalves Ferreira

    2010-09-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever a construção de um Questionário de Frequência Alimentar (QFA para utilização em estudos que visem à obtenção de dados sobre o consumo alimentar de adultos de Cuiabá, MT. MÉTODOS: Um inquérito recordatório de 24 horas (R24h foi aplicado em uma subamostra de 104 indivíduos, de ambos os sexos, selecionados aleatoriamente a partir de uma amostra probabilística de estudo de base populacional. Considerando-se frequência de citação e contribuição para o consumo de energia e nutrientes dos alimentos citados nos R24h foram selecionados 81 itens alimentares e as respectivas porções de referência, que foram aquelas mais frequentemente relatadas nos R24h. A lista do QFA foi gerada com oito categorias de resposta para a frequência de consumo. RESULTADOS: Os itens alimentares citados por mais de 50% da amostra foram o açúcar, café, feijão, arroz, carne, pão e refrigerante, sendo que os quatro últimos também foram os que mais contribuíram para o consumo energético. Não se observaram diferenças entre homens e mulheres nos alimentos que mais contribuíram para a ingestão de macro e micronutrientes. CONCLUSÃO: O QFA foi desenvolvido com a inclusão dos itens alimentares de maior relevância para a dieta da população adulta de Cuiabá, Mato Grosso. Comprovadas sua validade e reprodutibilidade, este instrumento será útil em investigações epidemiológicas e clínicas sobre o possível papel da dieta no desenvolvimento de enfermidades nessa população.OBJECTIVE: To describe the design of a Food Frequency Questionnaire (FFQ to be used in studies on food intake of adults from Cuiabá, Mato Grosso State, Brazil. METHODS: A 24-hour dietary recall (24hR was applied to a sub-sample of 104 men and women, randomly selected from a random population-based study sample. Based on the frequency of report and on the contribution to the intake of energy and nutrients in the 24hR, 81 food items and respective reference

  14. Limiar e tolerância à dor em mulheres com fibromialgia: correlação com a capacidade funcional, qualidade do sono e força muscular

    OpenAIRE

    Carvalho, Ranulfo Fiel Pereira Pessoa de

    2013-01-01

    O estudo tem como objetivo principal comparar o limiar e a tolerância à dor em mulheres com fibromialgia e mulheres sem sintomas de dor, correlacionando com capacidade funcional, qualidade do sono e força de preensão manual. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal realizado na Universidade Potiguar e na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, envolvendo uma equipe multidisciplinar com fisioterapeutas, médicos e educadores físicos. Setenta e duas mulheres foram divididas em ...

  15. ANÁLISE DE FRAÇÕES DE FIBRA ALIMENTAR EM RÚCULA E ALFACE EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE MATURAÇÃO, SOB SISTEMA HIDROPÔNICO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fernanda Fernandes MACHADO

    2011-08-01

    Full Text Available As hortaliças são alimentos fontes de fi bras de grande importância. Este trabalho teve como objetivo avaliar o teor de fi bra alimentar total e suas frações em cultivar de alface e rúcula, sob sistema hidropônico, em diferentes estágios de maturação. As plantas foram coletadas e analisadas segundo método de n. 991.43 da AOAC. ³ Houve diferenças signifi cativas em relação à fração da fi bra insolú- vel, sendo maior na rúcula em relação à alface (p=0,00015. A rúcula teve diminuição signifi cativa da fi bra solúvel em dois períodos de maturação. A fi bra alimentar total também teve diminuição, porém, não apresentou signifi cância. A alface mostrou uma tendência em diminuir a fi bra alimentar total e insolúvel nos estágios mais avançados, porém tais dados não foram estatisticamente signifi cativos. Concluise que a rúcula hidropônica tem uma quantidade maior de fi bras total em relação à alface hidropônica, sendo que as hortaliças rúcula e alface têm uma quantidade maior da fração insolúvel em relação a solúvel. Estes resultados são importantes, pois especifi cam a qualidade e a quantidade das fi bras das hortaliças mais consumidas no país e desta forma, o nutricionista pode ter uma conduta dietoterápica mais específi ca e mais adequada para as necessidades de cada paciente.

  16. Interferência do clima no consumo de opções alimentares em uma Unidade de Alimentação e Nutrição

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Barbara Pelicioli Riboldi

    2013-11-01

    Full Text Available Introdução: O comportamento alimentar é dividido em determinantes biológicos, sócio-culturais, antropológicos, econômicos, psicológicos e é também influenciado por fatores de sazonalidade dos alimentos. Objetivo: Avaliar a diferença nos hábitos de consumo quanto às opções de cardápios alternativos nos meses frios e quentes de uma Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN em Porto Alegre – RS. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo e quantitativo com dados secundários das opções de cardápios extras oferecidos no almoço da UAN: o prato do Chef e o Soft. Foram analisadas a diferença de consumo no ano considerando dois meses frios (junho e julho e dois meses quentes (outubro e novembro em 2011. Os dados foram apresentados em frequência e percentagem. A diferença entre os grupos foi avaliada por teste t de Student com nível se significância de 5%. Resultados: Não foram encontradas diferenças de consumo do prato do Chef nos meses quentes e frios. Entretanto houve diferença entre os meses de junho e outubro (p=0,0008. O consumo dos pratos Soft foi diferente entre os meses frios e quentes (p=0,001. A maior diferença de consumo entre eles foi constatada entre o mês de novembro e julho (p<0,0001. Conclusão: A identificação de hábitos no consumo alimentar por comensais de uma UAN em diferentes meses do ano, de acordo com as temperaturas de cada estação, é um importante instrumento de controle que permite o desenvolvimento e a avaliação geral dos cardápios a fim de proporcionar um melhor planejamento e gestão na preparação das refeições.

  17. Violência intrafamiliar em mulheres grávidas: a identificação pela enfermeira obstétrica

    OpenAIRE

    Ana Beatriz Campos Medina

    2007-01-01

    Este estudo teve como objeto a identificação pela enfermeira obstétrica de situações de violência intrafamiliar vivenciadas pela mulher grávida. A busca pelos aspectos que envolvem a identificação da violência intrafamiliar no período gestacional surge a partir da prática como enfermeira obstétrica no pré-natal, onde as situações de violência à mulher estão presentes em suas relações interpessoais. Para atender ao objeto em questão foram traçados os seguintes objetivos: Descrever a percepção ...

  18. A mulher trabalhadora em Santa Maria durante o Estado Novo (1937-1945 = The woman worker in Santa Maria during the Estado Novo (1937-1945

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fausto, Letícia da Silva

    2014-01-01

    Full Text Available Este trabalho apresenta um estudo sobre a história das mulheres santamarienses no período da Ditadura do Estado Novo, que está sendo desenvolvido no Mestrado em História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM. O tema da pesquisa é a inserção da mulher no mundo do trabalho e sua atuação para a garantia e conquista de direitos sociais e trabalhistas durante o período do Estado Novo (1937-1945, no município de Santa Maria, RS. A escolha do Estado Novo no Brasil se deu em virtude deste ser um período onde muitas conquistas dos trabalhadores estavam sendo objeto de legislação específica e ao mesmo tempo um momento de repressão política, de forte aparato policial e repressivo e do fortalecimento dos sindicatos, sob a tutela do Estado e da luta dos trabalhadores para a garantia destes direitos, historicamente conquistados. As mulheres por séculos passaram despercebidas pela história, reprimidas em uma sociedade machista e autoritária, onde grande parte dos autores insere o homem no palco das lutas por reinvindicações e direitos trabalhistas

  19. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nélida Schmid de Fornés

    2002-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  20. Escores de consumo alimentar e níveis lipêmicos em população de São Paulo, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Fornés Nélida Schmid de

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar o padrão de consumo alimentar avaliado por meio de escores de consumo e relacionar esses escores com os níveis de colesterol total e de lipoproteínas de baixa e alta densidades em população da área metropolitana de São Paulo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no município de Cotia, São Paulo, em amostra representativa de 1.045 adultos, foram determinados níveis de lipídeos séricos e a ingestão de alimentos por meio da freqüência de consumo alimentar. Foram utilizados escores de padrão de consumo, estabelecendo um peso para cada categoria de consumo baseado na freqüência anual, obtendo-se, assim, a distribuição quintilar do escore I (alimentos considerados de risco para doenças cardiovasculares e escore II (alimentos protetores. Foram comparados os valores médios das lipoproteínas para cada um dos quintis pela análise de variância, e foram verificadas possíveis relações entre os escores de consumo e as frações de lipídeos séricos, mediante modelos de regressão linear múltipla (stepwise forward. RESULTADOS: Observou-se aumento significativo dos níveis médios de lipídeos, segundo quintis de consumo do escore I para colesterol total e para lipoproteína de baixa densidade-colesterol, e constatou-se um comportamento inverso e significativo dos níveis desses lipídeos séricos em relação ao escore II. O escore I correlacionou-se positivamente e significativamente a esses lipídeos, e o escore II apresentou correlação inversa e significativa com esses constituintes sangüíneos. CONCLUSÕES: Em estudos populacionais, a análise da freqüência de consumo de alimentos por meio de escores pode ser um método de escolha para avaliar qualidade de dieta e de seu potencial efeito nos níveis séricos de colesterol total e de lipoproteínas de baixa densidade.

  1. Em Briga de Marido e Mulher a Educação Mete a Colher: a Atuação do Profissional de Pedagogia no Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lana Claudia Macedo da Silva

    2017-06-01

    Full Text Available O estudo objetiva investigar as ações educativas desenvolvidas no Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM em Situação de Violência, bem como, compreender o trabalho exercido pela profissional de pedagogia no combate à violência contra a mulher. O CRAM faz parte da rede de enfrentamento de políticas para mulheres, instituído a partir da Conferência de Belém do Pará (1994 e efetivado em 2006, com a criação da Lei Maria da Penha. Este Centro é responsável por realizar ações psicossociais e pedagógicas, sendo um novo campo de atuação em ambientes não escolares para os profissionais da pedagogia. É importante considerar que o CRAM-Ananindeua atende mulheres e crianças de faixas etárias diversas, grau de escolaridade e diferentes níveis socioeconômicos. A pesquisa qualitativa pautou esta investigação por meio de entrevista semiestruturada e observação, buscando conhecer os atendimentos realizados e as práticas educativas abordadas. Essas informações foram cruciais para perceber que há outra possibilidade de intervir em relação à violência contra mulher, e o profissional da pedagogia é essencial nas diversas redes de apoio. No percurso deste estudo foi possível conhecer de maneira abrangente a atuação do profissional de pedagogia nesta instituição, e a relevância da educação ao se falar de violência contra a mulher. O CRAM trabalha a desconstrução da naturalização da violência e o empoderamento das mulheres em situação de violência. Considera-se que a educação representa um dos aspectos cruciais para a mudança de comportamento e adoção de medidas para a redução de casos de violência, uma vez que a cultura machista e a sociedade intolerante contribuem para os altos índices de casos e vítimas, daí a relevância do tema em diferentes espaços educativos.

  2. Significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em serviço de saúde público

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Denise Martin

    2012-12-01

    Full Text Available O objetivo deste estudo de caráter etnográfico foi analisar o significado da busca de tratamento por mulheres com transtorno depressivo atendidas em um Núcleo de Atenção Psicossocial do município de Santos, São Paulo, Brasil. Foram identificados, neste contexto: o tratamento da depressão no serviço (do encaminhamento ao atendimento, as noções de doença elaboradas pelas mulheres e o consumo de medicamentos. Ficaram evidentes: a banalização da depressão, a importância do psiquiatra e do uso de antidepressivos e ansiolíticos no tratamento. Os padrões encontrados de consumo dos medicamentos pelas mulheres sugerem a ocorrência de uma "toxicomania medicamentosa". O uso de medicamentos, além da ação farmacológica, possui uma ação simbólica, no sentido de conforto e cuidado. O trabalho aponta para a necessidade de se articularem o significado das experiências das mulheres e as abordagens terapêuticas da depressão na construção das políticas públicas de saúde mental.

  3. Critérios diagnósticos para os transtornos alimentares: conceitos em evolução Diagnostic criteria for eating disorders: evolving concepts

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Angélica de Medeiros Claudino

    2002-12-01

    Full Text Available O presente artigo apresenta o "estado de arte" da discussão acerca dos critérios diagnósticos atuais dos transtornos alimentares: Anorexia Nervosa (AN, Bulimia Nervosa (BN e Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP. Dentre os aspectos controversos da AN, destacam-se: a concepção da distorção de imagem corporal, a necessidade da presença de amenorréia para o diagnóstico e a possibilidade de manifestação de AN sem seu aspecto característico, o medo de engordar, em culturas não ocidentalizadas. Quanto à BN, discute-se especialmente a concepção de compulsão alimentar sua freqüência e duração necessárias para o diagnóstico. O artigo apresenta também os critérios sugeridos para o diagnóstico de TCAP e comenta sua difícil distinção com a BN não purgativa. As questões aqui discutidas possibilitarão o aprimoramento da nosologia da área.This article presents the "the state of art" of the discussion over the current diagnostic criteria for eating disorders: Anorexia Nervosa (AN, Bulimia Nervosa (BN and Binge-Eating Disorder (BED. Within the controversial aspects of AN, it is outlined: the conception of body image disturbance, the necessity of amenorrhea fpr the diagnosis and the possibility of AN without its characteristic aspect, the morbid fear of weight, in not Westernized cultures. For BN, it is specially discussed the conception of binge-eating and the frequency and duration of episodes necessary for the diagnosis. The article also presents the suggested criteria for BED diagnosis and comments on its difficult distinction from non-purging BN . The issues here discussed shall improve the nosology in the field.

  4. Consumo alimentar e gasto energético em adolescentes obesos e eutróficos Food consumption and energy expenditure in obese and non-obese adolescents

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Camila Dayrell

    2009-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Comparar, entre adolescentes obesos e eutróficos, variáveis relacionadas ao consumo alimentar e ao gasto energético. MÉTODOS: Estudo transversal com 23 adolescentes recrutados em escolas e centros de recreação de São Paulo (SP, distribuídos em dois grupos: 11 obesos e 12 eutróficos. Foram avaliados: peso corporal, estatura, índice de massa corporal, circunferência da cintura, massa magra e massa gorda (estimados por bioimpedância elétrica, três recordatórios alimentares de 24 horas, estimativa do gasto energético diário a partir de três métodos (recordatórios de atividade física, fórmulas preditivas e calorimetria indireta, gasto energético de repouso e a potência aeróbia. RESULTADOS: O gasto energético diário dos obesos foi maior, porém a ingestão alimentar se assemelhou à dos eutróficos. Não foram encontradas diferenças no gasto energético de repouso entre os grupos, porém a potência aeróbia foi maior nos eutróficos. A dieta de ambos os grupos não foi considerada saudável, mas os obesos apresentaram menor consumo de vários alimentos considerados saudáveis, como hortaliças. Observou-se discrepância na análise do gasto energético diário, quando se adotaram diferentes métodos. CONCLUSÕES: Os adolescentes apresentaram padrão alimentar associado ao risco de obesidade e doenças crônicas. Mais estudos são necessários para identificar melhores métodos para avaliar seu gasto energético. É urgente a busca de estratégias de educação nutricional específicas para esse grupo etário.OBJECTIVE: To compare food consumption and energy expenditure between obese and non-obese adolescents. METHODS: This cross-sectional study comprised 23 adolescents recruited from schools and recreation centers from São Paulo (SP, Brazil, distributed in two groups: 11 obese and 12 non-obese. The following variables were analyzed: body weight, height, body mass index, waist circumference, fat and lean mass

  5. The use of a manual-driven group cognitive behavior therapy in a Brazilian sample of obese individuals with binge-eating disorder Utilização de terapia cognitivo-comportamental em grupo baseada em manual em uma amostra brasileira de indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Duchesne

    2007-03-01

    Full Text Available OBJECTIVE: To assess the effectiveness of a manual-based cognitive behavior therapy adapted to a group format in a sample of Brazilian obese subjects with binge-eating disorder. METHOD: In an open trial, 21 obese subjects with binge-eating disorder received a group cognitive-behavioral therapy program. Changes in binge-eating frequency, weight, body shape concerns, and depressive symptoms were compared between baseline and the end of the study. RESULTS: The mean frequency of binge-eating episodes significantly decreased from baseline to post-treatment (p OBJETIVO: Avaliar a efetividade da terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o formato de grupo em uma amostra brasileira de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODO: Em um estudo aberto, 21 pacientes obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica participaram de um programa da terapia cognitivo-comportamental em grupo. A freqüência da compulsão alimentar, o peso corporal, o grau de satisfação com a forma corporal e os sintomas depressivos foram avaliados no início do tratamento e no final do estudo. RESULTADOS: Houve uma redução estatisticamente significativa da freqüência média de episódios de compulsão alimentar entre a linha de base e o final do tratamento (p < 0,001, com uma taxa de remissão de episódios no final do estudo de 76,1%. Foi observada, também, uma redução significativa dos sintomas depressivos e da insatisfação com a forma corporal (p < 0,001. Adicionalmente, a perda de peso foi clínica e estatisticamente significativa. CONCLUSÃO: A utilização de terapia cognitivo-comportamental baseada em um manual adaptado para o transtorno da compulsão alimentar periódica resultou em melhora significativa da compulsão alimentar, do peso corporal, da preocupação com a forma corporal e dos sintomas depressivos associados ao transtorno da compulsão alimentar periódica nessa amostra.

  6. Danos bucomaxilofaciais em mulheres: registros do Instituto Médico-legal de Ribeirão Preto (SP, no período de 1998 a 2002

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chiaperini, Alini

    2009-01-01

    Full Text Available Objetivo: Partindo da constatação de que a violência constitui um dos principais agravos à saúde e bem-estar das mulheres, realizou-se uma investigação para averiguar o comportamento quantitativo das lesões corporais que atingiram o complexo maxilo-mandibular em mulheres que se submeteram à perícia médico-legal no Instituto Médico Legal (IML, no município de Ribeirão Preto, SP, Brasil, nos anos de 1998 a 2002. Metodologia: Estudo descritivo, no qual foram consultados n=28. 192 laudos periciais realizados para esclarecimento de crimes de lesão corporal e estudo baseado nos seguintes critérios: faixa etária, grupo étnico, etiologia e classificação jurídica do dano, região atingida. Resultados: A faixa etária predominante foi de 26 a 30 anos (19,9 %; o grupo étnico com maior incidência foi de mulheres brancas. Quanto à etiologia do dano, verifica-se um maior percentual nas agressões físicas (57 %; na descrição das lesões, observou-se uma maior incidência de traumas resultando em escoriação, seguida de edema e equimose. Quanto às regiões da face atingidas, a região oral foi a mais prevalente, seguida da região nasal. Conclusão: Nos crimes de lesão corporal em mulheres há um elevado comprometimento do complexo maxilo-mandibular

  7. Avaliação de técnicas fisioterapêuticas no tratamento do linfedema pós-cirurgia de mama em mulheres

    OpenAIRE

    Meirelles,MCCC; Mamede,MV; Souza,L; Panobianco,MS

    2006-01-01

    OBJETIVO GERAL: Verificar, em um grupo de mulheres submetidas à cirurgia por câncer de mama, a efetividade do tratamento do linfedema, por um período de até dois anos. OBJETIVO ESPECÍFICO: Avaliar o volume do braço tratado aos 6, 12, 18 e 24 meses após o tratamento do linfedema. MÉTODO: As participantes foram atendidas em um serviço de reabilitação especializado e submetidas ao tratamento do linfedema, com drenagem linfática manual, enfaixamento compressivo funcional, orientações de autocuida...

  8. Efeito agudo do alongamento estático no teste de 1 rm relativo em homens e mulheres treinados e saudáveis

    OpenAIRE

    Melo, Bruno Henrique Carneiro de Mendonça

    2012-01-01

    O alongamento realizado antes de um treinamento de força é um assunto ainda muito discutido na literatura, sobre suas reais atribuições, benefícios e malefícios. O objetivo do presente estudo foi verificar, qual é o efeito do alongamento estático realizado antes de um teste de 1 Repetição máxima (RM relativo) em homens e mulheres. Os dados foram coletados na academia Body Factory, localizada em Taguatinga – DF. A amostra foi composta por 20 indivíduos, sendo 10 homens que compõem o G1, e 10 m...

  9. Curto-Circuito, Falta de Linha ou na Linha? Redes de Enfrentamento à Violência Contra Mulheres em São Paulo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cecília MacDowell Santos

    2015-05-01

    Full Text Available Este artigo examina as abordagens das/os agentes do Estado sobre violência doméstica e os fatores que condicionam a aplicação da Lei Maria da Penha no que se refere às diretivas para a constituição e expansão de serviços criminais e não criminais a serem integrados em uma “Rede de Enfrentamento à Violência contra Mulheres”. Com base em uma pesquisa de campo realizada na cidade de São Paulo entre 2012 e 2014, o artigo mostra que, além das delegacias da mulher criadas nos anos 1980 e 1990, surgiram, na última década, novos serviços não criminais nas periferias da cidade, contribuindo para a expansão da Rede. No entanto, há várias redes, não apenas uma, as quais ora se cruzam e se alinham numa mesma abordagem sobre violência, ora se acham em conflito, ora funcionam em paralelo. As/os agentes do Estado abraçam diversas abordagens sobre violência doméstica contra mulheres, que variam entre uma perspectiva familista e perspectivas de gênero, feminista e interseccional de gênero, raça e classe social. Esta diversidade ilustra a heterogeneidade da cultura jurídicopolítica do Estado em relação aos direitos das mulheres, um Estado que caracterizo como “bipolar”, regulado, por um lado, pelo regime de gênero/mulher nas políticas para mulheres, e, por outro lado, pelo regime de família na assistência social e na segurança pública. Além do contexto político, três fatores contribuem para a heterogeneidade do Estado: o vínculo institucional dos serviços; o tipo de formação das/os agentes do Estado; a história dos serviços e suas relações com a comunidade local e com os movimentos sociais.

  10. Enfermagem à mulher em tratamento quimioterápico: uma análise compreensiva do assistir

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Teresa Caldas Camargo

    1998-09-01

    Full Text Available Este estudo surgiu a partir de minhas reflexões como enfermeira da Central de Quimioterapia do Hospital Luiza Gomes de Lemos, do Instituto Nacional de Câncer (Inca, e como aluna do curso de mestrado da Escola de Enfermagem Anna Nery-UFRJ. Estar elaborando a dissertação de mestrado utilizando o referencial filosófico de Martin Heidegger, possibilitou-me refletir sobre o agir profissional da equipe de enfermagem, mediada pelo pensamento deste filósofo. Nesta pesquisa, observei situações do meu dia-a-dia e registrei-as refletindo sobre aproximações e distanciamentos da assistência de enfermagem no cenário acima descrito, com o intuito de analisá-las à luz do pensamento heideggeriano.Tratou-se também de uma reflexão sobre questões emergentes do processo de pesquisar e da prática de assistir que pôde propiciar um outro saber para a assistência de enfermagem à mulher em tratamento quimioterápico. Pude, assim, vislumbrar a assistência de enfermagem por uma outra ótica, aquela da compreensão como possibilidade do agir profissional.

  11. Determinantes de hábitos alimentares em crianças de 0 a 4 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mari Saho

    1990-12-01

    Full Text Available Este trabalho tem como objetivo principal o estudo dos fatores que influenciam no hábito alimentar das crianças de 0 a 4 anos de idade, nas diversas frações de classes comparando-se com o estado nutricional das mesmas. Com base nos dados obtidos através da aplicação dos questionários e das entrevistas dirigidas às pessoas responsáveis pela alimentação da criança, foi possível efetuar algumas análises estatísticas e a interpretação dos discursos apresentados pelos informantes.

  12. Consumo de fibras alimentares em população adulta Dietary fiber consumption in an adult population

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lúcia Leal de Mattos

    2000-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: As fibras alimentares estão entre os principais fatores da alimentação na prevenção de doenças crônicas. Por isso, objetivou-se estimar o consumo médio diário de fibras alimentares totais, insolúveis e solúveis, nas refeições de uma população de área metropolitana. MÉTODOS: Foi estudada uma amostra da população do Município de Cotia, SP, composta por 559 indivíduos com mais de 20 anos. O consumo alimentar foi obtido pelo método de história alimentar - dieta habitual. Foram identificadas as fontes de fibras nas refeições: desjejum, almoço e jantar. Com base na porção média, os alimentos foram classificados quanto ao conteúdo de fibras como: muito alto (7 g ou mais; alto (4,5 g a 6,9 g; moderado (2,4 g a 4,4 g e baixo (OBJECTIVE: The dietary fiber has emerged as a leading dietary factor in the prevention and treatment of chronic diseases. I was estimated the average consumption of total dietary fiber (DF, insoluble fiber (IF and soluble fiber (SF in the meals of both sex adults from the town of Cotia, a metropolitan area in S. Paulo State, Brazil. METHODS: A population sample of Cotia country, S. Paulo (Brazil, consisted of 559 adults older than 20 years old, was studied. Food consumption was assessed by the dietary history habits. The amount of dietary fiber in each meal (breakfast, lunch and diner was estimated by the serving size. The foods were classified according to their fiber content in Very High (7 g or more, High (4.5 to 6.9, Moderate (2.4 to 4.4 and Low (<2.4. RESULTS: The average population's consumption of dietary fiber was of 24 g/day, with an average consumption of insoluble fiber of 17 g/day and soluble of 7 g/day. Among women, the average consumption was 20 g/day and among men 29 g/day (p<0.01. Most of the foods in their diet were classified as having a low content of dietary fiber. Beans were the most important dietary fiber source in the population diet. Lunch and diner were the meal with

  13. Deterrência alimentar em Ascia monuste orseis Godart (Lepidoptera: Pieridae induzida por soluções homeopáticas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nilbe Carla Mapeli

    2015-04-01

    Full Text Available A couve, Brassica oleracea var. acephala, destaca-se entre as plantas hortícolas como sendo frequentemente atacada por pragas, dentre as quais o curuquerê da couve, Ascia monuste orseis (Godart, 1819 (Lepidoptera: Pieridae. O controle desse inseto tem sido feito com inseticidas. Na agricultura orgânica, o uso dos referidos produtos é proibido e já existem alguns casos em que agricultores estão substituindo-o, por outras alternativas menos danosas ao meio ambiente, como as soluções homeopáticas, substâncias apontadas como ferramentas para Agroecologia. Este trabalho teve por objetivo verificar se soluções homeopáticas proporcionam mecanismos de antibiose, como deterrência alimentar, em Ascia monuste orseis, em couve 'manteiga cv. Santo Antônio' e se podem ser utilizadas no controle de pragas. As soluções testadas foram: - Sulphur 12CH; Phosphorus 5CH; Magnesia carbonica 30CH; Ruta 5CH. A testemunha foi água destilada + álcool de cereais 70% 5CH. Para o preparo de cada solução, foram retirados 0,2 ml de cada preparado homeopático, adicionados a 200 ml de água destilada pulverizados nas folhas e nos solo dos vasos. As características analisadas foram peso de lagartas no início e no final do 4° instar; peso seco de pupa (biomassa incorporada, comprimento de lagarta no 4° instar, duração do ciclo ovo-adulto, percentagem de emergência de adultos, comprimento alar, fecundidade das fêmeas e valor nutritivo das couves tratadas. Sulphur 12CH pode ser recomendado como método alternativo eficiente no controle de A. monuste orseis. Todas as soluções homeopáticas, com exceção do Phosphorus 5CH, promoveram deterrência alimentar, mecanismo de antibiose, interferindo no ciclo biológico de A. monuste orseis.

  14. Enfrentamento da violência infligida pelo parceiro íntimo por mulheres em área urbana da região Nordeste do Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Raquel de Aquino Silva

    2012-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Descrever as formas de enfrentamento à violência física adotadas por mulheres agredidas por parceiro íntimo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado na linha de base de estudo de coorte, com gestantes cadastradas no Programa Saúde da Família, entre julho de 2005 e março de 2006, em Recife, PE. Foram selecionadas 283 gestantes de 18 a 49 anos com histórico de violência física pelo parceiro de então ou mais recente antes e/ou durante a gestação. As entrevistas foram realizadas face a face, com questionário estruturado e pré-codificado, e realizou-se análise descritiva. Foi coletada informação sobre características sociodemográficas das mulheres, tipos e gravidade da violência física cometida pelo parceiro, formas de enfrentamento da violência, pessoas e serviços de apoio procurados pelas mulheres, motivos para a mulher ter alguma vez abandonado e retornado a casa em razão da violência. RESULTADOS: Das mulheres que sofreram violência física pelo parceiro íntimo, 57,6% conversaram com alguém, 3,5% procuraram ajuda institucionalizada, 17,3% conversaram e procuraram ajuda institucionalizada e 21,6% não procuraram nenhuma forma de ajuda. As pessoas mais procuradas foram os pais (42,0%, amigo/amiga (31,6% e irmão/irmã (21,2%. Os serviços mais procurados pelas mulheres foram: polícia/delegacia (57,6%, serviços de saúde (27,1% e instituições religiosas (25,4%. Relataram não ter obtido qualquer tipo de ajuda 44,8% das mulheres; 32,1% disseram ter saído de casa alguma vez na vida, pelo menos por uma noite, das quais 5,9% não retornaram a casa. Foram motivos para deixar a casa: a exacerbação da violência e o medo de ser morta; para o retorno: a esperança de mudança do parceiro e o desejo de preservar a família. CONCLUSÕES: Grande parte das mulheres que sofriam violência por parceiro íntimo buscou alguma forma de ajuda. A rede social primária (familiares e amigos foi a mais procurada pelas mulheres

  15. Percepções dos profissionais de uma rede intersetorial sobre o atendimento a mulheres em situação de violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elisabeth Meloni Vieira

    Full Text Available Objetivou-se conhecer como profissionais envolvidos com atenção às mulheres em situação de violência em uma rede intersetorial percebem os atendimentos que fazem. Foram realizadas trinta entrevistas com profissionais de serviços dos setores de saúde, assistência social (AS, segurança pública (SP e judiciário de uma cidade de porte médio do Estado de São Paulo, Brasil. Pela análise temática os resultados foram sistematizados em cinco categorias: Como são percebidas as mulheres que sofrem violência? Preconceitos dos profissionais. Como os profissionais percebem o atendimento realizado? Emoções e sentimentos dos profissionais no atendimento. Barreiras e avanços em relação ao atendimento. Há percepções fragmentadas e estereotipadas e necessidade de aprimorar a infraestrutura existente, preparar e amparar os profissionais para humanizar os atendimentos. Criar serviços específicos e investir em prevenção é fundamental, pois existe um descompasso entre intenção política de enfrentamento à violência e realidade estudada.

  16. Construindo caminhos de conhecimentos em HIV/Aids: mulheres em cena Building paths of knowledge on HIV / AIDS: women on the scene

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Girlene Alves Silva

    2012-01-01

    Full Text Available Trata-se de pesquisa qualitativa com o objetivo de identificar o acesso à informação das mulheres sobre o HIV/Aids e analisar os fatores que as orientam na adoção de medidas protetoras ao HIV/Aids. Foram realizadas entrevistas com 20 mulheres matriculadas no período noturno de uma escola pública em Minas Gerais/Brasil, com faixa etária entre 18 e 55 anos. As entrevistas foram analisadas por meio da técnica de análise de conteúdo temático, e fundamentadas no referencial teórico das Representações Sociais. Foram produzidas duas categorias analíticas: o acesso à informação sobre a Aids e os mecanismos de proteção adotados para reduzir a vulnerabilidade à infecção pelo HIV. As entrevistadas apontaram escola, família, televisão, profissionais de saúde e amigos como os principais veículos de obtenção de informações acerca da Aids. Entretanto, nesses espaços e encontros o vínculo se encontra fragilizado, desfragmentado e inconsistente, não propiciando acesso a ambientes consistentes de escuta, informações e reflexões. A prevenção está focada no uso do preservativo masculino. Persiste o baixo poder da mulher em negociar relações sexuais seguras, prevalecendo a vontade do parceiro e a credibilidade no amor e no casamento. Os sentimentos de ansiedade, incertezas e medo gerados nessas mulheres devido à questão da Aids não lhes permitem efetivar mecanismos de proteção relacionados ao exercício de mudança no comportamento sexual, de forma a torná-lo mais seguro e consciente no grupo pesquisado.This qualitative study aimed to identify women's access to information about HIV / AIDS and analyze the factors that guide the adoption of protective measures against HIV / AIDS. Interviews were conducted with 20 women enrolled in evening classes at a public school in Minas Gerais / Brazil, aged between 18 and 55 years. The interviews were analyzed using the technique of thematic content analysis, and grounded in the

  17. Aspectos dos vínculos de sentidos do consumo alimentar em São Paulo: difusão publicitária e megatendências

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eneus Trindade

    Full Text Available Este artigo apresenta os resultados da pesquisa A produção de sentido na recepção da publicidade e nas práticas de consumo de alimentos na cidade de São Paulo. O objetivo do estudo foi analisar os tipos de vínculos de sentidos entre as práticas de recepção publicitária e práticas de consumo de alimentos no contexto da cidade de São Paulo, tanto no âmbito doméstico, a partir de três famílias observadas, quanto da realidade do consumo alimentar em ambientes públicos, tendo como critério comum às duas instâncias em comparação, a produção de sentido que as constituem como tipologias sígnicas desses vínculos, concebida a partir de metodologia interdisciplinar semio-discursiva e antropológica. Os resultados são reveladores de vinculações das mega-tendências junto às marcas e ao sistema publicitário de produtos e serviços de alimentos.

  18. O método Pilates® sobre a resistência muscular localizada em mulheres adultas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Bainchetti Ferreira

    2007-12-01

    Full Text Available Introdução: vários são os estudos que investigam a relação entre o sedentarismo como fator de risco para diversas patologias, bem como a relação de um estilo de vida ativo como fator de proteção a agravos a saúde. O Método Pilates® surge como forma de condicionamento físico interessado em proporcionar bem-estar geral ao indivíduo, e capaz de proporcionar força, flexibilidade, boa postura, controle motor, consciência e percepção corporal melhorada. Objetivo: analisar a influência do método Pilates® sobre a resistência de força na flexão de braço e em exercício abdominal em mulheres submetidas a uma intervenção de nove semanas. Metodologia: o estudo foi composto por 12 voluntárias do sexo feminino com idade entre 25 e 40 anos. Os testes realizados foram o de abdominal e flexão de braço. O grupo foi submetido a um pré e um pós-teste, havendo um período de nove semanas entre cada uma das avaliações. Entre os pré e pós-teste, o grupo foi submetido a três sessões semanais de treinamento de 50 minutos cada com o Método Pilates®. Resultados: foi verificada diferença significativa entre o pré e o pós-teste (p<0.05, demonstrando assim uma melhora no pós-teste em relação aos valores encontrados no pré-teste. Discussão: a prática do Método Pilates® tende a se apresentar como um importante aliado na promoção da saúde e indicando possibilidade de ganhos no que se refere à melhora no perfil dos padrões de resistência de força dos praticantes da atividade.

  19. Gênero, história e violência: casos de homicídio contra mulheres em Montes Claros – 1985 – 1993

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Clarice Rodrigues de Souza

    2011-01-01

    Full Text Available Gender violence is any act or conduct based on gender which causes death, damage or suffering physical, sexual or psychological, both in the public and private sphere. Observing this definition, this article brings out violence against women occurred in Montes Claros/MG during the period from 1985 to 1993. During this period, the visibility of violence against women earns an enhancement, creation and inauguration of the Women’s Police Stations in various locations in Brazil. The methodology used is the discourse analysis and the sources are criminal proceedings and oral interviews. From the analysis of murder crime, we see how they are grounded in gender differences and still rooted in our society. / A violência de gênero consiste em qualquer ação ou conduta baseada no gênero que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico, tanto em âmbito público como privado. Partindo dessa definição, o presente artigo traz à tona a violência contra mulheres ocorrida em Montes Claros/MG no período compreendido entre 1985 a 1993. Neste período, a visibilidade à violência contra mulheres ganha um reforço: a criação e inauguração das Delegacias de Mulheres em várias localidades do Brasil. A metodologia utilizada foi a análise de discurso e as fontes foram os Processos-crime e Entrevistas Orais. A partir da análise de crimes de homicídio, observamos como os mesmos são alicerçados nas diferenças de gênero enraizadas e ainda presentes em nossa sociedade.

  20. Efeitos do treinamento funcional com cargas sobre a composição corporal: Um estudo experimental em mulheres fisicamente inativas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Priscila Cartaxo Pereira

    2012-03-01

    Full Text Available O presente estudo objetivou analisar os efeitos do treinamento funcional com cargas (TFC na composição corporal de mulheres fisicamente inativas. Vinte mulheres (25.70 ± 4.20 anos foram designadas aleatoriamente para os grupos experimental (GE, n = 10 e controle (GC, n = 10, tendo o GE realizado 12 semanas de TFC, enquanto o GC não recebeu qualquer intervenção. As variáveis antropométricas avaliadas em ambos os grupos foram: massa corporal (MC, estatura, índice de massa corporal (IMC, massa de gordura absoluta, massa corporal magra (MCM e percentual de gordura (%G. Os testes t de Student independente e pareado foram utilizados para a comparação das médias inter e intra-grupos experimental e controle (p < .05. O GE apresentou reduções significativas nos valores de %G (p < .001, enquanto o GC aumentou seus níveis de MCM (p < .001, IMC (p < .001 e MC (p = .021. Os resultados indicaram que após de 12 semanas o TFC reduz os níveis de gordura corporal, mas não promove aumentos de MCM em mulheres fisicamente inativas.

  1. 40 anos de independência. Uma reflexão em torno da condição da mulher angolana

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ermelinda Liberato

    2016-09-01

    Full Text Available A comemoração dos 40 anos de independência de Angola constitui o ponto de partida para fazermos um balanço sobre a condição e a posição da mulher naquele país ao longo desse período. Por se tratar de um período longo, marcado por inúmeros acontecimentos que de uma forma ou de outra moldaram o país, dividimos a nossa análise em três momentos distintos: o primeiro corresponde ao período pós-independência, caracterizado pela luta das mulheres pelo reconhecimento da sua condição e pela sua afirmação; o segundo compreende o período pós-guerra (2002-2015, caracterizado por um crescimento económico significativo, de expectativas, sonhos e de esperança na melhoria da sua condição e posição na sociedade. O terceiro momento, mais atual, corresponde à análise da realidade, numa confrontação entre os dados recolhidos e a realidade observada que nos leva a concluir que as condições de vida da mulher angolana, e em particular a sua posição na sociedade é, de longe, muito mais complexa do que aquela que os documentos nos transmitem

  2. Prevalência de depressão e fadiga em um grupo de mulheres com câncer de mama

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marislei Sanches Panobianco

    2012-09-01

    Full Text Available Estudo transversal cujo objetivo foi identificar e avaliar a ocorrência de sintomas depressivos e de fadiga entre mulheres com até um ano de tratamento com radioterapia e/ou quimioterapia para o câncer de mama. Utilizou-se um instrumento com dados sociodemográficos, clínicos e terapêuticos. Para a avaliação da depressão foi aplicado Inventário de Depressão de Beck (BDI e para a fadiga o Fatigue Questionnarie. Incluímos 31 mulheres atendidas em um núcleo de reabilitação de mastectomizadas. Os resultados mostram que 87,1% das mulheres apresentaram cansaço nas pernas, como sintoma de mal-estar relacionado à fadiga consequente ao tratamento. Em relação aos sintomas depressivos, 41,9% delas manifestaram sintomas entre leve e moderado. Os resultados apontam para a necessidade de abordagem e de condutas para o manejo dos sintomas depressivos e fadiga, além de auxiliar os profissionais da saúde a identificar as necessidades dos clientes e a desenvolver estratégias adequadas para o cuidado individualizado.

  3. Vulnerabilidad al VIH en mujeres en riesgo social Vulnerabilidade ao HIV em mulheres em risco social HIV vulnerability in women at social risk

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alfonso Urzúa Morales

    2008-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Evaluar la vulnerabilidad por factores de riesgo al VIH/SIDA en mujeres en riesgo social. MÉTODOS: Estudio llevado a cabo con 178 mujeres dueñas de casa (n=101 y trabajadoras del sector salud (n=77 de Antofagasta, Chile, en 2006-2007. Las dueñas de casa fueron consideradas en riesgo social. La vulnerabilidad al VIH fue calculada por medio de una escala que agrupó 21 reactivos en tres dimensiones: roles de género, comunicación con la pareja y actitud ante al uso del preservativo. Para determinar el peso relativo de cada una de las dimensiones en la vulnerabilidad total se realizó un análisis de regresión múltiple utilizando el puntaje total de la escala como variable dependiente y cada una de las tres dimensiones como variable independiente. RESULTADOS: En el grupo general, la dimensión con peso relativo mayor fue la dimensión actitud frente al uso del preservativo (0.542, seguida de relación de pareja (0.453 y roles de género (0.379. Para mujeres dueñas de casa, se observó una variación: relación de pareja (0.597, actitud frente al uso del preservativo (0.508 y roles de género (0.403. Para trabajadoras de la salud, el peso de las dimensiones fue: actitud frente al uso del preservativo (0.638, relación de pareja (0.397, y roles de género (0.307. CONCLUSIONES: Los resultados permiten inferir diferencias en los factores que condicionan la vulnerabilidad al VIH en los grupos de mujeres, siendo para aquellas que están en riesgo social el rol de género el factor con mayor capacidad predictiva de riesgo.OBJETIVO: Avaliar a vulnerabilidade por fatores de risco ao HIV/Aids em mulheres em risco social. MÉTODOS: Estudo realizado com 178 mulheres donas de casa (n=101 e trabalhadoras do setor de saúde (n=77 de Antofagasta, no Chile, em 2006-2007. As donas de casa foram consideradas em risco social. A vulnerabilidade ao HIV foi calculada por meio de uma escala que reuniu 21 itens em três dimensões: papéis de g

  4. Lesões precursoras do câncer de colo em mulheres adolescentes e adultas jovens do município de Rio Branco - Acre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leal Elaine Azevedo Soares

    2003-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: descrever a freqüência das lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres de 15 a 29 anos, associando o grau de acometimento com características epidemiológicas e fatores de risco associados. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com a pesquisa de lesões precursoras do câncer de colo uterino, pelo exame de Papanicolaou, em mulheres de 15 a 29 anos com vida sexual ativa, residentes no município de Rio Branco, no período de janeiro a setembro de 2001. Como instrumento de investigação, foi aplicada ficha clínico-ginecológica, constando dados epidemiológicos, fatores de risco e resultados do exame físico-ginecológico, incluindo teste de Schiller e coleta de espécime para exame citopatológico. RESULTADOS: das 2.397 mulheres estudadas, 155 (6,4% apresentaram algum tipo de alteração epitelial cervical, sendo 146 (94,2% lesões escamosas e 9 (5,8% lesões glandulares. Nas mulheres com faixa etária de 15 a 19 anos a freqüência de alteração celular epitelial foi de 6,9%, semelhante a 6,3% observada naquelas de 20 a 29 anos (p>0,65. Este tipo de alteração foi associada ao baixo grau de escolaridade (p<0,003, ao número maior de parceiros (p<0,04, à história de doença sexualmente transmissível (p<0,001 e ao tabagismo (p<0,01. CONCLUSÃO: a freqüência elevada de lesões precursoras em faixa etária abaixo do esperado, com o padrão epidemiológico observado em outras fases da vida da mulher, evidencia a exposição precoce aos fatores risco, o que antecipa o desenvolvimento do câncer de colo uterino.

  5. Representações sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento em um centro de referência da cidade de São Paulo - Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Edemilson Antunes de Campos

    Full Text Available O objetivo deste trabalho foi compreender as representações e os significados elaborados sobre o uso de álcool por mulheres em tratamento no Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (CRATOD, localizado na cidade de São Paulo-Brasil. Para tanto, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com mulheres que fazem uso considerado abusivo de álcool. Para essas mulheres, as representações sobre o uso do álcool estão ligadas às relações familiares, profissionais e de gênero, que definem os modos de classificação do uso do álcool concebidos como socialmente aceito e como abusivo e, por essa via, acionam um sistema de acusações, que envolve os valores próprios do universo sociocultural no qual estão inseridas, identificando-as como "mulheres que abusam do álcool", isto é, mulheres que não cumprem suas obrigações sociais nas esferas da família e do trabalho.

  6. Relato de caso: doença celíaca recém-diagnosticada como fator agravante de osteoporose em mulher idosa

    OpenAIRE

    Pereira, Camila C.; Corrêa, Pedro Henrique S.; Halpern, Alfredo

    2006-01-01

    Mulher de 63 anos procurou endocrinologista para seguimento de osteoporose. Densitometria óssea revelava T L1-L4= -3,5 DP [Densidade mineral óssea (DMO): 0,766 g/cm²] e Tcolo fêmur= -2,4 DP (DMO: 0,716 g/cm²). Em uso de cálcio e vitamina D há 2 anos. Hipotireoidismo há 5 anos em uso de levotiroxina. Introduzido alendronato 70 mg/semana com ganho significativo de massa óssea no primeiro ano (6,1%, igualmente em coluna e colo de fêmur). Após 5 anos de seguimento, paciente passou a apresentar em...

  7. Impacto de grupos de mulheres em situação de vulnerabilidade de gênero The impact of women's groups on gender vulnerability

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Stela Nazareth Meneghel

    2003-08-01

    Full Text Available Neste trabalho, avaliaram-se oficinas de promoção à saúde e gênero, desenvolvidas em programas de extensão da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS na cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. O método baseia-se na pesquisa participante e na pesquisa ação. Foram nucleados grupos de mulheres em dois locais da cidade. O primeiro grupo foi freqüentado por 14 mulheres, com um total de seis encontros. O segundo recebeu 18 mulheres e realizou um total de 11 encontros. Os temas discutidos e vivenciados foram: relação pais e filhos, estereótipos e papéis de gênero, conjugalidade, limites a comportamentos abusivos, corpo e sexualidade e estratégias de enfrentamento à violência. Treze mulheres que freqüentaram o segundo grupo mudaram padrões de comportamento, buscando emprego, retornando à escola, melhorando a imagem corporal e reavaliando situações de violência. O grupo de pesquisadores aproximou-se do Fórum de Mulheres de São Leopoldo, fomentando o fortalecimento da rede de apoio/atendimento, bem como a visibilidade das políticas setoriais e de suas instâncias no planejamento e na execução de políticas públicas para a mulher.This study evaluated the impact of workshops on health and gender conducted through extension programs under Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS in the city of São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brazil. The method was based on participatory research and action-based research. Women's groups were organized in two locations in the city. The first group was attended by 14 women, with a total of 6 meetings. The second received 18 women and held a total of 11 meetings. The themes discussed and experienced were: relations between parents and children, gender stereotypes and roles, conjugality, limits to abusive behaviors, body and sexuality, and empowerment to deal with violence. Thirteen women who attended the second group changed their behavior patterns, looking for jobs

  8. Nível de atividade física e desempenho físico no teste de caminhada de 6 minutos em mulheres com fibromialgia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Chris Andreissy Breda

    2013-06-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO: A fibromialgia (FM é uma condição dolorosa crônica que causa comprometimento da capacidade funcional, possivelmente pela adoção de um comportamento sedentário. No entanto, pouco se sabe sobre o nível de atividade física (NAF e sua relação com o desempenho físico em mulheres com FM. OBJETIVOS: Comparar o NAF, avaliado por meio do International Physical Activity Questionnaire (IPAQ, e o desempenho físico, mensurado pelo teste de caminhada de 6 minutos (TC6 de mulheres com e sem FM, além de investigar possíveis relações entre NAF e desempenho físico em ambos os grupos. MÉTODOS: Participaram do estudo 30 mulheres com o diagnóstico de FM (pacientes e 28 mulheres saudáveis (controles que responderam ao IPAQ e realizaram o TC6. RESULTADOS: Pacientes e controles autorrelataram similar NAF, considerando tanto o escore total quanto todos os subcomponentes do IPAQ (P > 0,05. Porém, as pacientes apresentaram pior desempenho físico no TC6 (pacientes: 441,8 ± 84,1 m vs. controles: 523,9 ± 80,3 m; P < 0,01. Não existiram relações entre a distância caminhada no TC6 e as variáveis do IPAQ para o grupo controle. Entretanto, para as pacientes, a distância caminhada no teste apresentou correlações significativas (P < 0,05 com o escore total e com os subcomponentes transporte, atividades domésticas e atividades físicas de intensidade moderada do questionário IPAQ. CONCLUSÕES: Mulheres com FM apresentaram NAF similar às mulheres sem FM, mas pior desempenho físico. Esse comprometimento funcional pode estar relacionado ao estilo de vida adotado, uma vez que houve relação entre o NAF e o desempenho físico nessas pacientes.

  9. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Silveira Mariângela F

    2002-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  10. Autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e Aids em mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariângela F Silveira

    2002-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Investigar comportamentos de risco e autopercepção de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis (DST e à Síndrome de imunodeficiência adquirida (Aids em mulheres. MÉTODOS: Dos 281 setores censitários existentes na cidade de Pelotas, RS, foram selecionados 48 a partir de amostragem sistemática. Foi entrevistada uma amostra de 1.543 mulheres, de 15 a 49 anos, por meio de questionário composto de três partes (informações socioeconômicas, perguntas aplicadas em entrevista, questionário auto-aplicado. Para tabulação dos dados, foi utilizado o programa Epi-Info, versão 6.0. Para análise estatística dos dados foram usados o teste de Kappa e a razão de odds. RESULTADOS: Na amostra, 64% das mulheres achavam impossível ou quase impossível adquirir DST/Aids. Os principais comportamentos de risco foram o não uso de preservativo na última relação antes do depoimento (72%; início das relações sexuais com menos de 18 anos (47%; uso de álcool ou drogas pelo parceiro (14% ou pela mulher (7% antes da última relação; dois ou mais parceiros nos três meses que antecederam o depoimento (7% e sexo anal na última relação (3%; 44% das mulheres apresentaram dois ou mais comportamentos de risco. A sensibilidade da autopercepção, usando como padrão o escore de risco igual ou superior a dois, foi de 41 %. Sua especificidade de 67%. CONCLUSÕES: A autopercepção de vulnerabilidade não é um bom indicador, pois as mulheres não identificam corretamente seu nível de risco.

  11. A saia justa da Arqueologia Brasileira: mulheres e feminismos em apuro bibliográfico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Loredana Ribeiro

    2017-10-01

    Full Text Available Este trabalho introduz uma reflexão sobre as condições estruturantes da arqueologia brasileira no que se refere a assimetrias de sexo e gênero, mapeando o papel das arqueólogas e das teorias feministas nos processos de construção e comunicação científica e na formação de estudantes a partir da composição sexual da comunidade científica, da análise de publicações em periódicos e dos projetos pedagógicos dos cursos de graduação em Arqueologia.

  12. DANÇA CRIATIVA – BENEFÍCIOS DA SUA PRÁTICA EM MULHERES IDOSAS

    OpenAIRE

    A. Leiria Formigo; J. Fernandes; A. Cruz-Ferreira

    2015-01-01

    O envelhecimento populacional tem sido uma preocupação constante dos órgãos de saúde pública dos países desenvolvidos e em desenvolvimento (Hallage, 2008). Este fenómeno é um processo complexo que envolve muitas variáveis (Mazzeo et al., 1998), nomeadamente genética, estilo de vida e doenças crónicas, que interagem entre si e influenciam significativamente o modo como alcançamos determinada idade. O aumento de esperança de vida, poderá traduzir-se não só em mais tempo de vida, mas também, e p...

  13. Efeitos dos óleos de amendoim, açafrão e oliva na composição corporal, metabolismo energético, perfil lipídico e ingestão alimentar de indivíduos eutróficos normolipidêmicos

    OpenAIRE

    Sales,Regiane Lopes; Costa,Neuza Maria Brunoro; Monteiro,Josefina Bressan Resende; Peluzio,Maria do Carmo Gouveia; Coelho,Sandra Bragança; Oliveira,Cristiane Gonçalves de; Mattes,Richard

    2005-01-01

    OBJETIVOS: O presente trabalho visou avaliar os efeitos do consumo dos óleos de amendoim, açafrão e oliva no perfil lipídico, composição corporal, metabolismo energético e ingestão alimentar em indivíduos eutróficos normolipidêmicos. MÉTODOS: Foram selecionados 32 indivíduos, divididos aleatoriamente em quatro grupos, tendo quatro mulheres e quatro homens em cada grupo, com idade entre 18 e 50 anos. Foi oferecido um milk shake aos voluntários no desjejum, veiculando uma quantidade equivalente...

  14. Carências e desejos: estudo sobre a opção pela esterilização entre mulheres residentes na Região Sul do Município de São Paulo, em 1992

    OpenAIRE

    Pirotta,Katia C. M.; Schor,Néia

    1999-01-01

    O presente estudo teve por objetivo discutir a opção das mulheres pela esterilização cirúrgica. A amostra constituiu-se em 215 mulheres esterilizadas, residentes na Região Sul do Município de São Paulo, em 1992. Foram analisadas variáveis referentes ao uso de métodos anticoncepcionais anteriormente à esterilização, aos motivos desta opção e à satisfação com a esterilização. Das mulheres que eram usuárias de métodos reversíveis antes da esterilização, 67% referiu a pílula. 67% das mulheres ref...

  15. Gravidez após violência sexual: vivências de mulheres em busca da interrupção legal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Leme Machado

    2015-02-01

    Full Text Available No Brasil, a realização de interrupção legal de gestação consequente à violência sexual é permitida por lei. O objetivo deste estudo foi relatar vivências de mulheres após a violência sexual, no diagnóstico de gravidez, na busca pelo serviço de interrupção legal da gestação e durante a internação em um hospital universitário. Foi realizada pesquisa qualitativa com entrevistas semiestruturadas em dez mulheres de 18-38 anos e escolaridade ≥ 8 anos, após 1-5 anos da interrupção legal da gestação. As mulheres desconheciam o direito à interrupção legal da gestação, sentiram a violência sexual como experiência vergonhosa, mantiveram segredo e não procuraram qualquer atendimento imediato. O diagnóstico de gravidez provocou sentimentos de angústia e desejo de abortar. Para as mulheres que procuraram o setor de saúde suplementar as orientações foram precárias ou não aconteceram. O atendimento dos profissionais mostrou-se relevante para assimilação da experiência do aborto. É necessário divulgar o direito à interrupção legal da gestação e a existência de serviços que a realizam, e capacitar profissionais de saúde e segurança pública para atender esses casos.

  16. Avaliação da capacidade orgástica em mulheres na pós-menopausa

    OpenAIRE

    Penteado,Sonia Regina Lenharo; Fonseca,Angela Maggio da; Bagnoli,Vicente Renato; Assis,Joserita Serrano; Pinotti,José Aristodemo

    2004-01-01

    OBJETIVO: Correlacionar a capacidade orgástica (durante a relação sexual e/ou a masturbação solitária) de mulheres pós-menopausadas, saudáveis e sem tratamento hormonal com fatores climatéricos, psicossociais, comportamentais, hormonais e interpessoais. MÉTODOS: De um total de 999 mulheres avaliadas com idade entre 41 e 60 anos, selecionaram-se 60 mulheres saudáveis, sexualmente ativas, com pelo menos um ano de amenorréia, útero íntegro, relacionamento estável com parceiro capacitado ao coito...

  17. Associação entre consumo alimentar e (insegurança alimentar e nutricional em São José dos Ramos - PB Association between consumption and food (insecurity in food and nutrition of São José dos Ramos - PB

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cleyton Cézar Souto Silva

    2012-05-01

    Full Text Available A prevalência de insegurança alimentar é importante para a avaliação das condições de vida e para o planejamento de políticas públicas de combate à fome. A pesquisa foi realizada com 177 famílias de São José dos Ramos-PB, no ano de 2005, por meio de entrevista. A análise dos dados, por regressão logística e ODDS RATIO, utilizou como variável dependente estar ou não em segurança alimentar, avaliação resultante da aplicação da EBIA; e, como variável independente dicotômica, o consumo de 15 conjuntos de alimentos. O modelo em regressão logística e o odds ratio mostraram associação de leite integral, manteiga, biscoito, bolacha e bolo com a segurança alimentar. Contudo, deve-se levar em consideração o conceito ampliado de Segurança Alimentar e Nutricional, que enfatiza outros fatores relevantes além do consumo alimentar, como a disponibilidade de alimento, que se incorpora às condições de renda e padrão de vida.The prevalence of food insecurity is important for the assessment of the conditions of life and planning of public policies for combating hunger. The survey was conducted with 177 families of São José dos Ramos, in the year 2005, through interview. Data analysis, through logistics regression and ODDS RATIO, used as the dependent variable is in food safety assessment resulting from the application of EBIA, and as a variable dichotomic-independent consumption of 15 sets of food. The regression model Logistics and the odds ration of Association showed whole milk; butter, biscuit, cracker, cake with food safety. However you should take into consideration the expanded concept food and nutritional security that emphasizes other relevant factors beyond the food consumption as food availability, which incorporates income conditions and standard of living.

  18. Sobrevida em cinco anos e fatores prognósticos em mulheres com câncer de mama em Santa Catarina, Brasil Five-year survival and prognostic factors in women with breast cancer in Santa Catarina State, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ione Jayce Ceola Schneider

    2009-06-01

    Full Text Available Este estudo tem o objetivo de descrever a sobrevida em câncer de mama e os fatores associados à mesma. Caracteriza-se como uma coorte histórica de mulheres com diagnóstico de câncer de mama no período de 2000 a 2002, que foram catalogadas nos registros hospitalares de câncer do Centro de Pesquisas Oncológicas de Santa Catarina e Hospital de Caridade - Irmandade Nosso Senhor dos Passos, os dois localizados em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Para a análise estatística foram utilizados o estimador de Kaplan-Meier e o modelo de Cox. A taxa de sobrevida geral em cinco anos foi de 76,2% (IC95%: 73,6-78,9. Os fatores independentes associados ao maior risco de óbito foram faixa etária menor de 30 anos (hazard ratio- HR = 3,09; IC95%: 1,25-7,67; as mulheres analfabetas (HR = 3,70; IC95%: 1,44-9,55; as com estadiamento III (HR = 5,27; IC95%: 2,56-10,82 e IV (HR = 14,07; IC95%: 6,81-29,06. Mulheres jovens são aquelas com piores taxas de sobrevida. Também existem muitas mulheres sendo diagnosticadas em estádios avançados, tendo uma sobrevida pior, demonstrando a necessidade de ações de diagnóstico precoce.The aim of this study was to analyze breast cancer survival and associated factors, based on a historical cohort of women with breast cancer diagnosis from 2000 to 2002 recorded in the hospital cancer registries at the Santa Catarina Center for Cancer Research and the Irmandade Nosso Senhor dos Passos Charity Hospital, both located in Florianópolis, Santa Catarina State, Brazil. The statistical analysis used the Kaplan-Meier estimator and Cox model. Overall five-year survival was 76.2% (95%CI: 73.6-78.9. Independent factors associated with increased risk of death were age less than 30 years (hazard ratio - HR = 3.09; 95%CI: 1.25-7.67; illiteracy (HR = 3.70; 95%CI: 1.44-9.55; and stages III (HR = 5.27; 95%CI: 2.56-10.82 and IV (HR = 14.07; 95%CI: 6.81-29.06. Young women had the worst survival rates. There were also many women

  19. Estudo de caso controle para avaliar o impacto do abuso sexual infantil nos transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Felipe Paraventi

    2011-01-01

    Full Text Available CONTEXTO: O objetivo deste estudo foi investigar se antecedente de abuso sexual na infância (ASI está associado com transtornos alimentares na vida adulta. MÉTODOS: Realizou-se um estudo de caso controle (N = 120 comparando mulheres com transtornos alimentares tratadas em ambulatório universitário especializado com um grupo controle de pacientes de clínica não psiquiátrica (ambulatório de oftalmologia. RESULTADOS: Este estudo encontrou maior prevalência de ASI na anorexia nervosa (AN comparada ao grupo controle (50% versus 14,8%; OR = 5,8 IC 95% = 1,3-25,6; p < 0,05, entretanto não identificou diferença estatística entre os grupos comparando com casos de bulimia nervosa (BN (26,7% versus 27% no grupo controle; OR = 0,99; IC 95% = 0,24-4,1 e com transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP, apesar da maior prevalência de ASI observada neste último em relação ao grupo controle (43,7% versus 27,3%; OR = 2,1 IC 95% = 0,5- 8,1. Considerando-se a presença de dois ou mais episódios de ASI, observou-se também maior prevalência em AN (35,7% versus 3,7% nos controles; OR = 14,4 IC 95% = 1,5-140,8; p < 0,05. CONCLUSÃO: Este estudo mostrou forte associação da anorexia nervosa com antecedentes de abuso sexual na infância.

  20. Análise do perfil de automedicação em mulheres idosas brasileiras

    OpenAIRE

    Bortolon,Paula Chagas; Medeiros,Eloá Fátima Ferreira de; Naves,Janeth Oliveira Silva; Karnikowski,Margô Gomes de Oliveira; Nóbrega,Otávio de Tolêdo

    2008-01-01

    Idosos compõem o grupo etário mais medicalizado na sociedade, o que pode levar ao uso irracional de fármacos. Este trabalho descreve estudo transversal que avaliou a automedicação de idosas atendidas no ambulatório de Atenção ao Idoso do Hospital da Universidade Católica de Brasília. As variáveis socioeconômicas analisadas consistiram na faixa etária, escolaridade e renda familiar mensal. As classes medicamentosas envolvidas em automedicação foram analisadas conforme prevalência, adequação à ...

  1. Padrão alimentar de lactentes residentes em áreas periféricas de Fortaleza

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SOARES Nadia Tavares

    2000-01-01

    Full Text Available Este estudo caracterizou o padrão alimentar de 96 crianças menores de um ano assistidas pelo Fundo Cristão para Crianças nos bairros Álvaro Weyne e Presidente Kennedy, na cidade de Fortaleza, Brasil. Os dados foram levantados por meio de entrevista domiciliar, utilizando o método recordatório 24h para conhecimento das quantidades dos alimentos consumidos, e um formulário contendo perguntas estruturadas sobre a prática do aleitamento materno e idade de introdução dos alimentos de desmame. Os resultados indicaram que o aleitamento materno misto predomina (68% sobre o aleitamento artificial (32% e exclusivo (10% e que 7% das crianças nunca receberam leite materno. Porém, até o final do décimo mês de vida, 53% das crianças ainda são amamentadas. Mingau lácteo, preparado com leite de vaca não modificado, constitui a alimentação básica de desmame. Do ponto de vista nutricional, as dietas são desbalanceadas, sendo o ferro o nutriente mais deficiente. Devem ser intensificados os esforços na promoção da alimentação infantil apropriada.

  2. ENTRE DESEJOS E POSSIBILIDADES: PRÁTICAS ALIMENTARES DE GESTANTES EM UMA COMUNIDADE URBANA NO SUL DO BRASIL

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carolina Frescura Junges

    2014-01-01

    Full Text Available estudio cualitativo, cuyo objetivo fue comprender las prácticas alimentarias de embarazadas que viven en una comunidad urbana al sur de Brasil. El método adoptó el abordaje de la etnoenfermería y la recolección de datos ocurrió a partir de un guión habilitador Observación-Participación-Reflexión, con cuatro embarazadas. El análisis etnográfico fue realizado en concomitancia con la recolección de datos, buscando temas que mantuvieran las interrogaciones de investigación. Los resultados permitieron revelar los significados culturales que las embarazadas atribuyeron a los saberes y a las prácticas alimentares, destacando las influencias de historia familiar y las relaciones sociales existentes en la comunidad. La percepción de los cambios corporales bajo la óptica de las embarazadas está relacionada a las elecciones alimentarias. Los profesionales enfermeros que ayuden a las embarazadas, al valorar las dimensiones del cuidado cultural, se aproximan de la familia y la comunidad, permitiendo una mejor adhesión al pre natal y promocionando acciones educativas coherentes con la cultura de estas gestantes.

  3. Recursos sociais para apoio às mulheres em situação de violência em Ribeirão Preto, SP, na perspectiva de informantes-chave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Antônio dos Santos

    Full Text Available Objetivou-se conhecer as organizações envolvidas no atendimento de mulheres em situação de violência, considerando a rede de agências e equipamentos sociais disponíveis. Utilizou-se abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas a 11 representantes de instituições como: Polícia Militar, Delegacia de Defesa da Mulher, Conselho tutelar, juízes e promotores da Vara de Infância e Juventude, Vara Criminal e voluntários de duas ONGs. Pela análise de conteúdo, os resultados foram sistematizados em três categorias: missão da organização, limites da atuação e inserção no fluxo de atendimento - e apontaram que os entrevistados, de maneira geral, mostram-se sensibilizados e informados sobre a questão da violência contra a mulher (VCM. Os serviços não têm conhecimento da amplitude da rede de apoio e por isso atuam de modo desarticulado. Em consequência, o fluxo de atendimento pode ficar fragmentado e não permitir acompanhamento em todos os níveis. Os dados indicam necessidade de maior entrosamento e capacitação para profissionais.

  4. Recursos sociais para apoio às mulheres em situação de violência em Ribeirão Preto, SP, na perspectiva de informantes-chave

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Manoel Antônio dos Santos

    2011-03-01

    Full Text Available Objetivou-se conhecer as organizações envolvidas no atendimento de mulheres em situação de violência, considerando a rede de agências e equipamentos sociais disponíveis. Utilizou-se abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas a 11 representantes de instituições como: Polícia Militar, Delegacia de Defesa da Mulher, Conselho tutelar, juízes e promotores da Vara de Infância e Juventude, Vara Criminal e voluntários de duas ONGs. Pela análise de conteúdo, os resultados foram sistematizados em três categorias: missão da organização, limites da atuação e inserção no fluxo de atendimento - e apontaram que os entrevistados, de maneira geral, mostram-se sensibilizados e informados sobre a questão da violência contra a mulher (VCM. Os serviços não têm conhecimento da amplitude da rede de apoio e por isso atuam de modo desarticulado. Em consequência, o fluxo de atendimento pode ficar fragmentado e não permitir acompanhamento em todos os níveis. Os dados indicam necessidade de maior entrosamento e capacitação para profissionais.

  5. Acesso a cuidados relativos à saúde sexual entre mulheres que fazem sexo com mulheres em São Paulo, Brasil Access to sexual health care for women who have sex with women in São Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Regina Maria Barbosa

    2009-01-01

    Full Text Available O objetivo deste trabalho é investigar a relação entre adoção de cuidados à saúde entre mulheres que fazem sexo com mulheres e as representações relativas a gênero, sexualidade e ao corpo. O estudo utilizou observação etnográfica e entrevistas em profundidade, realizadas entre 2003 e 2006, com trinta mulheres entre 18 e 45 anos, de diferentes segmentos sociais, trajetórias e identidades sexuais, residentes na grande São Paulo, Brasil. A análise do material aponta maior dificuldade em acessar cuidados ginecológicos entre mulheres das camadas populares; que nunca tiveram sexo com homens ou que possuem uma gramática corporal masculinizada. Não só as representações e as experiências negativas em relação aos serviços de saúde, mas também as construções identitárias relativas a gênero e sexualidade estão relacionadas às dificuldades em acessar cuidados à saúde. Embora boa parte da bibliografia internacional a respeito enfatize a relação entre homofobia e menor acesso a serviços, os resultados sugerem que apesar de as situações envolvendo discriminação constituírem realidade, elas não foram consideradas impedimentos para a busca de cuidado, estando muito mais associadas ao relato das práticas e preferências eróticas nos serviços.This article focuses on the relationship between health care for women who have sex with women and representations of gender, sexuality, and the body. The study used ethnographic observation and in-depth interviews held from 2003 to 2006, with 30 women ranging from 18 to 45 years of age, belonging to different social segments, backgrounds, and sexual identities, living in Greater Metropolitan São Paulo. Analysis of the material pointed to greater difficulty in accessing gynecological care for lower-income women, those who had never had sex with men, or those with masculine body language. Not only the negative representations and experiences in relation to health services, but

  6. O encontro com a mulher ferida: contratransferência de psicólogas no atendimento às mulheres em situação de violência conjugal

    OpenAIRE

    Duca, Leticia Lo

    2010-01-01

    A pesquisa visa observar a contratransferência de psicólogas na clínica com mulheres em situação de violência conjugal. Espera-se que a identificação e o reconhecimento da contratransferência possa facilitar às psicólogas a elaboração de seus sentimentos. Isso tudo pode beneficiar a evolução do atendimento e também a manutenção da saúde psíquica dessas profissionais. Partindo para um contexto mais amplo, o estudo pretende contribuir na conscientização das feridas provocadas pela violência mas...

  7. Insegurança alimentar e nutricional e fatores associados em famílias do Núcleo Rural Agrícola Lamarão, no Distrito Federal

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Carla Madeira Marquito BASTOS

    2014-06-01

    Full Text Available Segurança alimentar e nutricional (SAN é o direito ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente, não comprometendo outras necessidades essenciais. Este estudo analisou a prevalência de insegurança alimentar e nutricional (ISAN e seus fatores associados em famílias residentes em um núcleo rural agrícola, no Distrito Federal. Trata-se de estudo transversal com amostra sistemática, com intervalo zero, sendo composta por 75 domicílios. A prevalência de insegurança alimentar e nutricional nas famílias foi estimada por meio da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (EBIA. Variáveis socioeconômicas e demográficas também foram avaliadas. O estudo encontrou 50,6% de ISAN, sendo 17,3% moderada e grave. Todas as casas são de alvenaria, com água encanada, energia elétrica e coleta de lixo. Dos domicílios com esgotamento sanitário, 12% eram contemplados com a rede de saneamento básico. A maior parte dos domicílios era própria (82,7%. Havia 29,3% das famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família. A classificação econômica familiar predominante esteve nas classes C/D/E (87,3%. Houve associação significativa entre os níveis de SAN e tipo de domicílio, chefe do domicílio e consumo de hortaliças, frutas, leite e cereais. A prevalência de ISAN entre as famílias do Lamarão demonstra uma possível limitação dessas famílias em relação ao acesso físico e financeiro e à disponibilidade de alimentos com qualidade nutritiva. É importante um olhar aprofundado sobre a garantia da SAN em comunidades rurais e necessário se considerar as associações entre os fatores socioeconômicos, demográficos e de consumo alimentar, que determinam a ocorrência dos diagnósticos de SAN na população.

  8. Influência de fatores afetivos, antropométricos e sociodemográficos sobre o comportamento alimentar em jovens atletas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Leonardo de Sousa Fortes

    2012-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: O objetivo do estudo foi analisar a influência de diversos fatores sobre o comportamento alimentar inadequado (CAI em jovens atletas femininas. MÉTODOS: Participaram 116 esportistas. Avaliou-se o CAI mediante aplicação do Eating Attitudes Test (EAT-26. A insatisfação corporal e o comprometimento psicológico ao exercício foram avaliados pelo Body Shape Questionnaire e pelo Commitment Exercise Scale, respectivamente. O nível econômico foi obtido pelo "Critério de Classificação Econômica Brasil". Aferiram-se peso e estatura para calcular o índice de massa corporal (IMC e dobras cutâneas para estimar o percentual de gordura. Conduziu-se regressão linear múltipla utilizando o software SPSS 17.0 e adotando nível de significância de 5%. RESULTADO: A insatisfação corporal, seguida do percentual de gordura, foram as únicas variáveis que modularam as pontuações do EAT-26. Contudo, o modelo de regressão linear múltipla explicou um terço da variância do CAI nessas esportistas. CONCLUSÃO: Concluiu-se que o CAI de atletas femininas foi influenciado basicamente pela insatisfação corporal.

  9. Método simplex supermodificado como estratégia de otimização para respostas combinadas em sistemas alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    SILVA Rosângela Aguilar da

    2000-01-01

    Full Text Available O presente trabalho teve como objetivo combinar modelagem pela superfície de resposta com otimização simplex supermodificado, para tratamento de casos de interesse na ciência e tecnologia de alimentos, com o emprego da função de Derringer & Suich para respostas combinadas. Um programa para microinformática, denominado MULTIPLEX, foi desenvolvido e testado na otimização multirresposta de três sistemas alimentares selecionados na literatura especializada: 1 inativação da lipoxigenase e lipase preservando-se a atividade da fitase durante o processamento hidrotérmico da cevada; 2 desidratação instantânea de maçã por expansão; 3 extração da proteína da linhaça com hexametafosfato. Uma análise estatística rigorosa foi realizada para testar a capacidade preditiva dos modelos. O método simplex supermodificado, com inicialização automática, foi o instrumento para a solução numérica da função de Derringer & Suich para respostas combinadas. O programa desenvolvido mostrou ser eficiente e confiável para a otimização de multirrespostas, sendo executável em microcomputador que disponha de processador 486 e ambiente MS-DOS.

  10. Avaliação de atrativos alimentares utilizados no monitoramento de mosca-das-frutas em pessegueiro na lapa- PR Food attractants used in the monitoring of fruit flies in peach trees in lapa, Paraná (PR), Brazil

    OpenAIRE

    Lino Bittencourt Monteiro; Louise Larissa May De Mio; Antônio Carlos Vargas Motta; Beatriz Monte Serrat; Francine Lorena Cuquel

    2007-01-01

    As moscas-das-frutas do gênero Anastrepha são uma praga-chave na cultura do pessegueiro no Paraná. Atrativos alimentares foram testados para determinar a sua eficiência no monitoramento de moscas-das-frutas capturadas em frascos caça-moscas McPhail. O experimento foi conduzido por três anos, sendo que, em 2002, foram testados como atrativo o suco de uva da marca Maguari®, o hidrolisado enzimático de proteína da marca BioAnastrepha® e o vinagre da marca Chemin Agrin®. Nos dois anos seguintes, ...

  11. Estudo comparativo do comportamento alimentar em diferentes hospedeiros e de componentes bioativos da saliva de Cimex lectularius Linnaeus, 1758 e Cimex hemipterus (Fabricius, 1803) (Hemíptera, Cimicidae)

    OpenAIRE

    Fernanda Silva Costa

    2007-01-01

    Cimex lectularius e Cimex hemipterus são as principais espécies de cimicídeos associadas ao homem. Neste estudo, avaliou-se comparativamente nestas duas espécies de cimicídeos, o sinal elétrico produzido pela bomba cibarial durante a alimentação do cimicídeo em diferentes fontes alimentares bem como a atividade anticoagulante e a quantidade de proteínas (totais e de hemeproteínas) do homogenato de glândula salivar. O ganho de peso e o tempo total de contato de C. lectularius alimentados em ca...

  12. Autocuidado de mujeres en etapa de menopausia en Toluca, Mexico Autocuidado de mulheres na etapa da menopausa em Toluca, México Self care of women in the menopause stage in Toluca, Mexico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    María Dolores Martínez Garduño

    2008-03-01

    Full Text Available La mujer en etapa de menopausia está expuesta a factores de riesgo que disminuyen con prácticas de autocuidado. El objetivo fue identificar prácticas de autocuidado en la menopausia. Estudio cuantitativo, exploratorio, con muestra probabilística aleatoria simple, utilizando EPI INFO 2000, con 95% nivel de confianza, 5% máximo de error, con 354 mujeres. Se observó déficit de autocuidado principalmente en hábitos alimentarios, apreciándose sobrepeso y obesidad (27%; el ruido es el factor que interfiere con el sueño, el promedio de sueño fueron 5 a 7 horas; 40% no realiza ejercicio; 17.9% no realiza detección de cáncer cérvico uterino, 37.7% no practica autoexploración de mama, sin seguridad social 52.3%; asisten al médico solo cuando están enfermas. Las manifestaciones frecuentes en climaterio son sangrados irregulares, sofocos, cansancio y dislíbido. No existe suficiente información en este grupo de mujeres, reto que debe asumir la enfermera en su función de educación para la salud.A mulher na menopausa está exposta a fatores de risco que diminuem com o autocuidado. O objetivo foi identificar práticas de autocuidado na menopausa. Estudo quantitativo, exploratório, com mostra de probabilidade aleatória simples, utilizando EPI INFO 2000, com 95% limite de confiança, 5% máximo de erro, com 354 mulheres. Foi observado déficit de autocuidado principalmente em hábitos alimentares, notando sobrepeso e obesidade (27%; o ruído é o fator que interfere no sono, a média de sono foi de 5 a 7 horas; 40% não realiza exercício; 17,9% não realiza exame para câncer cervical uterino, 37,7% não pratica auto exame da mama, sem seguro social. 52,3% só procuram médico quando estão doentes. As manifestações freqüentes no climatério são sangramentos irregulares, sufoco, cansaço e falta de libido. Não existe informação suficiente neste grupo de mulheres, sendo a enfermeira quem deve assumir a função de educadora de sa

  13. Ocorrência e manejo de feridas neoplásicas em mulheres com câncer de mama avançado

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais de Oliveira Gozzo

    2014-04-01

    Full Text Available Objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil sociodemográfico de mulheres com câncer de mama que apresentam feridas neoplásicas e identificar as coberturas mais utilizadas para o tratamento das feridas. Métodos: Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, de corte transversal e retrospectivo. Os dados foram coletados por meio de revisão de prontuários de mulheres com câncer de mama no período de 2000 a 2010. Resultados: A amostra constituiu-se de 62 mulheres com idade média de 55,4 anos; 75,8% eram de cor branca, 55% apresentaram carcinoma ductal invasor e 27,4%, estágio clínico IIIb. Dos óbitos registrados, 27% ocorreram em menos de um ano após o aparecimento da ferida. Os sintomas registrados foram dor (32,2%, sangramentos (35% e necrose (21%. Os produtos utilizados foram a sulfadiazina de prata (23% e o ácido graxo essencial (16,1%. Conclusão: Os resultados apontam para falta de sistematização da assistência de enfermagem relacionada às feridas oncológicas neste serviço.

  14. Prevalência de osteoporose e fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa atendidas em serviços de referência Prevalence of osteoporosis and vertebral fractures in postmenopausal women attending reference centers

    OpenAIRE

    Francisco Bandeira; Eduardo Freese de Carvalho

    2007-01-01

    Este estudo tem por objetivo verificar a prevalência de osteoporose e a presença de fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa. Foram estudadas, em serviços de referências, 627 mulheres com idade acima de 50 anos, com média de idade de 63,9 ± 8,3 anos, tempo de menopausa de 16,2 ± 8,6 anos, e índice de massa corpórea de 26,6 ± 4.3 Kg/m2. A prevalência de osteoporose foi de 28,8% na coluna lombar e de 18,8% no colo do fêmur. Esta foi maior nas pacientes que apresenta...

  15. Interdisciplinary lifestyle therapy improves binge eating symptoms and body image dissatisfaction in Brazilian obese adults Terapia interdisciplinar de mudança do estilo de vida melhora sintomas de compulsão alimentar e insatisfação com a imagem corporal em adultos obesos brasileiros

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Joana Pereira de Carvalho-Ferreira

    2012-01-01

    de mudança do estilo de vida sobre sintomas de compulsão alimentar, depressão, ansiedade, insatisfação com a imagem corporal e qualidade de vida em adultos obesos. MÉTODOS: Um total de 49 adultos obesos (índice de massa corporal = 37.35±5.82 kg/m²; idade = 44.14±10.00 anos participaram de um programa de redução de peso por 6 meses. Sintomas de compulsão alimentar, insatisfação com a imagem corporal, depressão, ansiedade e qualidade de vida foram avaliados por meio de questionários autoaplicáveis. O consumo alimentar foi avaliado utilizando-se um registro alimentar de 3 dias. Os dados foram analisados utilizando análise de variância (ANOVA. RESULTADOS: Os resultados da ANOVA mostraram uma redução nos sintomas de compulsão alimentar e na insatisfação com a imagem corporal. Os sintomas de depressão e ansiedade também diminuíram, e foi observado um aumento nos escores de qualidade de vida. Após a terapia, foi verificada melhora significativa no perfil nutricional, assim como significativa redução de peso. Foi observada uma correlação positiva entre a variação dos sintomas de ansiedade e o consumo de lipídios. Sintomas de compulsão alimentar apresentaram associação com sintomas de ansiedade e insatisfação com a imagem corporal, e a insatisfação com a imagem corporal se correlacionou positivamente com os sintomas de ansiedade nos homens. Nas mulheres, foi observada uma correlação positiva entre sintomas de depressão e de compulsão alimentar. CONCLUSÃO: A terapia interdisciplinar foi eficaz na promoção de mudanças físicas e psicológicas e proporcionou uma melhor qualidade de vida em adultos obesos.

  16. Violência contra a mulher: perfil dos envolvidos em boletins de ocorrência da Lei Maria da Penha = Violence against women: profiles involved in the occurrence of Maria da Penha Law police reports

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Griebler, Charlize Naiana

    2013-01-01

    Full Text Available Este estudo investigou o perfil dos personagens envolvidos nos casos de violência contra a mulher, em ocorrências da Lei Maria da Penha (n = 103, no ano de 2010, registrados numa Delegacia de Polícia Civil no interior do Rio Grande do Sul. Observou-se que o perfil da mulher está associado a mulheres jovens (M = 35,8 anos; DP = 12,7, em que a maioria tem Ensino Fundamental Completo (57,7% e mantém relacionamentos estáveis (57,7%. Em relação aos tipos de violência registrados, a violência psicológica (86,5% e a violência física (44,2% foram as mais prevalentes. Em relação ao perfil do homem, a idade média foi de 38,8 anos (DP = 11,0, sendo que a maioria tem Ensino Fundamental Completo (48,1%. O uso de substância, em especial o álcool, por parte dos homens em situação de agressão, esteve associado em 39,4% dos casos. Os resultados encontrados nesta pesquisa podem fornecer subsídios para uma maior compreensão do perfil dos envolvidos na violência contra a mulher

  17. Posições subjetivas em face da violência: traços constitutivos de memória em testemunhos de mulheres

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Aline Fernandes Azevedo Bocchi

    2017-03-01

    Full Text Available Apresenta-se, neste artigo, uma reflexão acerca dos processos de subjetivação inscritos na prática testemunhal, a partir do exame de fotografias que compõe o “Projeto 1:4 retratos da violência obstétrica” e posts que o divulgam no Facebook. Por meio de uma abordagem discursiva, são analisadas as posições subjetivas inscritas neste material, voltando a atenção para as formas com as quais a violência é simbolizada na materialidade da língua e do discurso, produzindo um dizer político de denúncia da agressão e do abuso médicos. Na composição material tecida entre imagem e palavra, formulada no ensaio fotográfico, o testemunho se reveste de uma força performativa que acompanha os processos de transformação e deslocamento ideológicos, produzindo possibilidades de identificação para as mulheres em contraposição aos sentidos de naturalização da violência de gênero estrutural à sociedade patriarcal.

  18. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: ESTATÍSTICAS ALARMANTES CONTRA A DIGNIDADE DAS JOSEENSES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Alexandre José Reifschneider Coelho

    2016-11-01

    Full Text Available Tomando como referência dados estatísticos registrados no site da SECRETARIA de Segurança Pública (www.ssp.sp.gov.br/novaestatistica/Mapas.aspx e partindo da fundamentação em literatura especializada sobre o tema violência contra mulheres (artigos científicos; informações divulgadas pelos meios de comunicação (notícias, reportagens; depoimentos e vivências compartilhadas em espaços públicos virtuais (blogs percebemos que o preconceito, a discriminação e a desigualdade, faces perversas da violência contra a mulher, colaboram para a permanência da violência mesmo após o advento da Lei 11.340 de 07 de Agosto de 2006, conhecida como Lei “Maria da Penha”. Mostramos esta permanência da violência tendo como objeto de análise os crimes de estupro, lesão corporal e tentativa de homicídio, compreendidos no período de 2011 a 2015, subdivididos em Estado de São Paulo (Capital e Interior e município de São José dos Campos.

  19. Análise do consumo alimentar em indivíduos com síndrome de Down da região metropolitana de Porto Alegre

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Franciéle Gomes da Silva

    2017-04-01

    Full Text Available A síndrome de Down (SD, também conhecida como trissomia do cromossomo 21 é uma das principais causas de deficiência intelectual da população. Possuem características como protusão lingual, dificuldade de mastigação, diminuição da saliva e constipação, ainda apresentam uma grande prevalência de sobrepeso e obesidade. Objetivos: avaliar o consumo de alimentos industrializados, fontes de gorduras saturadas e trans, através de questionário de frequência alimentar (QFA em pessoas com síndrome de Down. Método: foi realizado um estudo transversal, de caráter qualiquantitativo, com indivíduos portadores de SD, de ambos os sexos, de 0 a 52 anos que frequentam as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs de três cidades da região metropolitana de Porto Alegre. Os dados foram coletados através de um QFA elaborado pelas autoras e respondido pelos responsáveis. As análises foram processadas no programa estatístico SPSS versão 21.0. Resultados: foram entrevistados 33 indivíduos, sendo que 57,6% do total da amostra encontrava-se na faixa etária da primeira infância, dos zero aos 10 anos. O leite integral, sucos industrializados e frios e embutidos foram os alimentos com maior porcentagem de consumo diário. O consumo de refrigerantes foi de 42,4% entre uma e duas vezes por semana e 54,5% consomem carne de gado de três a quatro vezes por semana. Mais de 20% dos participantes relataram o consumo de frituras como frango frito e polenta ou aipim frito e ovo frito de uma a duas vezes na semana. Considerações finais: o consumo dos alimentos estudados é presente nessa população, apesar de poucos apresentarem frequência de consumo diária. Ainda assim os hábitos alimentares devem ser melhorados uma vez que já existe uma propensão para o aumento de peso na síndrome de Down.

  20. Consumo alimentar de crianças de 6 a 18 meses em creches Six to eighteen-month-old children's food intake in day-care centers

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mônica Glória Neumann Spinelli

    2003-12-01

    Full Text Available OBJETIVO: Verificar o consumo alimentar de crianças entre 6 e 18 meses e avaliar a adequação de nutrientes. MÉTODOS: O estudo foi realizado com 106 crianças em creches do Município de São Paulo. Para verificar o consumo alimentar utilizou-se o método de pesagem direta, durante cinco dias. Para análise dos macro e micronutrientes utilizaram-se as referências Organización Mundial de la Salud 1985 e Dietary Reference Intakes 1997, e para fibras adotou-se a recomendação da American Academy of Pediatrics 1993. RESULTADOS: O estudo revelou oferta insuficiente de energia, ferro, cálcio, vitamina A e fibras. A proteína e a vitamina C excederam as recomendações. CONCLUSÃO: Nos moldes do programa atual, é necessário que a criança receba, no domicílio, uma refeição láctea e outra salgada para complementar principalmente cálcio, energia, ferro e fibras.OBJECTIVE: To verify the food intake of children from 6 to 18 months old and to evaluate nutrient adequacy. METHODS: This study was carried out with 106 children, in day-care centers from the city of São Paulo. Food intake was evaluated through food weighing during five days. The Organización Mundial de la Salud, 1985, Dietary Reference Intakes, 1997 and American Academy of Pediatrics, 1993 were used as references for the analysis of macronutrients, micronutrientes and fibers, respectively. RESULTS: The study revealed insufficient offering of energy, iron, calcium, vitamin A and fiber. Protein and vitamin C were over the recommended amounts. CONCLUSION: The children must receive one milky and one salty meal at home in order to complement food given at centers, mainly regarding, calcium, iron, energy and fiber.

  1. Mulheres em uma aula de hidroginástica: experenciando o interrelacionamento grupal - doi:10.5020/18061230.2004.p8

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karla Maria Carneiro Rolim

    2012-01-01

    Full Text Available Este trabalho reporta a experiência vivenciada por enfermeiras com o uso da dinâmica grupal em um grupo de mulheres com idade entre 60 e 80 anos que freqüentavam aulas de hidroginástica, tendo como objetivo promover uma reflexão sobre o autocuidado em saúde, favorecendo a vivência de práticas de educação em saúde e o desenvolvimento de habilidades. O cenário escolhido para a experiência foi um parque olímpico do pólo esportivo de uma escola da rede particular de ensino, localizada em Fortaleza-Ce, desenvolvida nos meses de maio e junho de 2002. O processo metodológico foi desenvolvido através de oficinas educativas, que contemplaram o cuidado intrapessoal, interpessoal, sócio-civilizatório, ecológico e vivências grupais. Para as mulheres idosas, a experiência trouxe empoderamento, pois contribuiu para participação, com liberdade de expressão. As autoras concluíram que trabalhar com grupos oportuniza aos enfermeiros a compreensão do sentir, pensar e agir de modo diferente, usando o conhecimento técnico-científico, envolvendo as relações humanas em busca de uma nova proposta de ação educadora em uma enfermagem reflexiva determinando ações transformadoras na sociedade.

  2. Fisioterapia : influência na qualidade de vida da mulher com cancro da mama : contributo para a qualidade do serviço em oncologia

    OpenAIRE

    Duarte, Nuno Miguel de Faria Bento

    2016-01-01

    RESUMO - O cancro da mama é uma preocupação da saúde pública a nível mundial, pela sua incidência, mortalidade e custos económicos associados. As terapias utilizadas no seu tratamento, embora eficazes, conduzem a alterações de todas as dimensões da Qualidade de Vida (QdV) da mulher com cancro da mama. A garantia de uma qualidade de serviço prestado deve ser uma prioridade das organizações de saúde, sendo a QdV uma medida de resultado. Partindo do pressuposto que em Portugal existe uma diferen...

  3. Avaliação do risco-benefício dos bifosfonatos em mulheres com osteoporose da pós-menopausa

    OpenAIRE

    Oliveira, Pedro Miguel Costa Ferreira

    2011-01-01

    Trabalho final de mestrado integrado em Medicina, área cientifica de Ginecologia, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra A osteoporose da pós-menopausa é um problema major de saúde pública que pode afectar cerca de 20 % destas mulheres. A maioria destes casos carece de tratamento farmacológico, e os bifosfonatos são, actualmente, os agentes de primeira linha no tratamento deste distúrbio esquelético. Este trabalho tem por objectivo proceder à avaliação do perfil ...

  4. Revisão dos métodos empregados na avaliação da dimensão corporal em pacientes com transtornos alimentares

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bianca Elisabeth Thurm

    2011-01-01

    Full Text Available Objetivo: O presente artigo analisou os métodos de avaliação da percepção da dimensão corporal abordados na literatura científica. Método: Foram utilizadas a palavra-chave "body image" e a combinação desta com os termos "size perception" e "size estimation", nas bases de dados Medline, Bireme, EBSCO e SCOPUS, para o levantamento científico. O período considerado para essas buscas foi de 1975 a 2010. Resultados: Foram encontrados quatro métodos que avaliam e quantificam a percepção dimensional do corpo, aplicando-se um índice de percepção da dimensão corporal. Os métodos diferem em sua forma de execução, utilização de instrumentos, uso ou não de feedback visual por parte do avaliado, utilização de estímulo tátil ou não para gerar a resposta do avaliado. Conclusão: O Image Marking Procedure (IMP mostrou-se apropriado para a avaliação da dimensão corporal nos distúrbios alimentares, pela possibilidade de avaliar o grau de distorção corporal e dos segmentos corporais específicos sem a interferência visual, cognitiva e qualquer referencial externo comparado aos outros testes que mostraram limitações quanto a esses aspectos. Sugere-se que ele seja utilizado em futuras pesquisas que avaliem o aspecto dimensional da percepção corporal.

  5. Relação entre a linfopenia e a persistência da papilomatose alimentar em bovinos intoxicados crônica e espontaneamente por samambaia (Pteridium aquilinum

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eduardo K Masuda

    2011-05-01

    Full Text Available Papilomavírus bovino tipo 4 (BPV-4 é responsável pelo desenvolvimento de papilomas no trato alimentar superior (TAS de bovinos. Os passos necessários para o crescimento, o desenvolvimento e a regressão dos papilomas estão intimamente relacionados com o estado imunológico do animal. A ingestão de samambaia (Pteridium aquilinum tem sido relacionada como o principal fator envolvido na persistência da infecção pelo BPV-4 no TAS. A teoria que estabelece a relação entre papilomatose alimentar e a formação de CCEs sugere a produção de um estado imunossupressivo crônico pela planta, permitindo a persistência dos papilomas no TAS. Os papilomas serviriam então como sítios de desenvolvimento dos CCEs através da interação entre as proteínas do BPV-4 e os carcinógenos da samambaia. O objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre a quantidade de linfócitos circulantes e a papilomatose alimentar em casos de intoxicação espontânea crônica por P. aquilinum em bovinos com CCE no TAS. Quarenta bovinos com CCEs no TAS foram avaliados quanto à idade, à intensidade da papilomatose alimentar no TAS e ao leucograma. Três bovinos tinham leucopenia e um apresentava neutrofilia. A média de linfócitos foi de 5.395 (±1.696 na papilomatose leve, 4.560 (±1.561 na moderada e 5.007 (±1.786 na acentuada. Não houve diferença estatisticamente significativa entre o grau de papilomatose, a idade e a quantidade de linfócitos circulantes. Imunossupressão por linfopenia foi um achado esporádico (três casos neste estudo. Os resultados indicam que a persistência da papilomatose alimentar em casos espontâneos de intoxicação crônica por samambaia em bovinos não tem relação com a quantidade de linfócitos circulantes e que talvez esteja relacionada a outros fatores imunológicos.

  6. Consumo alimentar de crianças atendidas em ambulatório de nutrição de unidade - doi:10.5020/18061230.2009.p81

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ingrid Rocha Ramalho

    2012-01-01

    Full Text Available Objetivo: Avaliar o padrão alimentar de crianças em seguimento ambulatorial, verificando os tipos de alimentos, o consumo energético e a distribuição de nutrientes. Métodos: Realizou-se um estudo documental, no período de janeiro de 2005 a dezembro 2007, em que foram analisados 75 recordatórios alimentares presentes nos prontuários de crianças com idade entre 2 e 10 anos. As variáveis estudadas foram hábito alimentar, consumo energético, distribuição de macronutrientes, de micronutrientes (cálcio, ferro e as vitaminas A, C, B1, B2 e fibras. Os testes exato de Fisher e Qui-quadrado foram usados para verificar associação entre o consumo alimentar e as variáveis estudadas. Resultados: Os alimentos mais consumidos consistiram de: leite, arroz, feijão, óleo e açúcar, e menor de frutas e verduras. Com relação ao consumo de energia, o estudo revelou que 8 (10,66% crianças ingeriam a quantidade recomendada, sendo que 32 (42,66% consumiam um valor inferior e 35 (46,66%, valor superior ao recomendado para sua idade, sexo e atividade física. Em relação aos carboidratos, proteínas e lipídios, observou-se que 59 (78,7%, 68 (90,7% e 39 (52% crianças encontravam-se de acordo com as respectivas DRI (dietetic references intake. O consumo de alimentos ricos em ferro esteve presente, mas houve pouco consumo de fontes de vitamina C. Conclusão: A avaliação dos recordatórios alimentares revelou uma dieta monótona e pouco diversificada, basicamente láctea, com consumo elevado de açúcares e de gordura e reduzido consumo de frutas e verduras.

  7. Prevalência de alergia alimentar em lactentes das escolas municipais de educação infantil de Uberlândia, MG

    OpenAIRE

    Gonçalves, Luciana Carneiro Pereira

    2013-01-01

    Alergia alimentar é o termo usado para designar o grupo de reações adversas a alimentos, que envolvem mecanismos imunológicos e ocorrem de forma reprodutível à exposição de um dado alimento. Apesar de vários estudos apontarem o aumento expressivo dos casos de alergia alimentar no mundo nas últimas décadas, a real prevalência permanece desconhecida e estima-se que afete 6 a 8% das crianças. O alimento mais prevalente associado à alergia alimentar é o leite de vaca, atingindo 2 a...

  8. Validação de equações de predição da taxa metabólica basal em mulheres residentes em Porto Alegre, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Wahrlich Vivian

    2001-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a taxa metabólica basal em mulheres de 20 a 40 anos, não-gestantes ou lactantes, e comparar o valor medido com os valores de taxa metabólica basal estimados por equações de predição. MÉTODOS: A taxa metabólica basal foi medida por calorimetria indireta, pela manhã, durante a fase folicular do ciclo menstrual, em 60 voluntárias residentes no município de Porto Alegre, RS, sob condições padronizadas de jejum, repouso e ambiente. RESULTADOS: A média (± desvio-padrão da taxa metabólica basal medida foi 1.185,3±148,6 kcal em 24 horas. A taxa metabólica basal, estimada por equações, foi significativamente maior (7% a 17% do que a taxa metabólica basal medida. CONCLUSÕES: Os dados evidenciaram que as equações de predição não são adequadas para estimar a taxa metabólica basal nas mulheres avaliadas. O emprego dessas equações podem superestimar os requerimentos energéticos para mulheres com características semelhantes.

  9. Validação de equações de predição da taxa metabólica basal em mulheres residentes em Porto Alegre, RS, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vivian Wahrlich

    2001-02-01

    Full Text Available OBJETIVO: Medir a taxa metabólica basal em mulheres de 20 a 40 anos, não-gestantes ou lactantes, e comparar o valor medido com os valores de taxa metabólica basal estimados por equações de predição. MÉTODOS: A taxa metabólica basal foi medida por calorimetria indireta, pela manhã, durante a fase folicular do ciclo menstrual, em 60 voluntárias residentes no município de Porto Alegre, RS, sob condições padronizadas de jejum, repouso e ambiente. RESULTADOS: A média (± desvio-padrão da taxa metabólica basal medida foi 1.185,3±148,6 kcal em 24 horas. A taxa metabólica basal, estimada por equações, foi significativamente maior (7% a 17% do que a taxa metabólica basal medida. CONCLUSÕES: Os dados evidenciaram que as equações de predição não são adequadas para estimar a taxa metabólica basal nas mulheres avaliadas. O emprego dessas equações podem superestimar os requerimentos energéticos para mulheres com características semelhantes.

  10. Gastronomia afro-religiosa: profissionalização de mulheres negras de axé

    OpenAIRE

    Botelho, Denise; Santos, Francineide Marques

    2018-01-01

    Os candomblés brasileiros produzem a culinária dos Orixás. Ressignificam alimentos, temperos, técnicas e hábitos alimentares em símbolos identitários, como também, em fonte de renda e profissionalização, permitindo autonomia financeira de muitas mulheres negras de axé. Com o recorte específico da educação das relações raciais (Lei 10.639/2003), o texto indica a importância da gastronomia das divindades afro-brasileiras para uma educação profissionalizante. Mediante revisão bibliográfica e obs...

  11. A mulher que alimenta: representações e sociabilidade no universo cultural das Minas setecentistas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Patrícia Aparecida Vítor

    2010-07-01

    Full Text Available RESUMO:Este trabalho tem por objetivo contribuir para o estudo da história da mulher africana e suas descendentes em Minas Gerais no século XVIII, por meio da análise dos hábitos alimentares, identificando suas diversas formas de representação e sociabilidade no universo cultural alimentar da América Portuguesa. O objetivo, além de conhecer e compreender o cotidiano da cultura alimentar dessas mulheres é também buscar afirmar uma identidade em que elas possam ser vistas enquanto preservadoras das suas tradições de origem, ressaltando desta forma, seus aspectos étnico-culturais. Para tal, propõe-se estudá-las por um dos meios pelo qual elas mais atuaram em Minas Gerais, o da alimentação. Estabeleceram-se enquanto verdadeiras protagonistas em meio a uma sociedade patriarcalista atuando tanto no comércio fixo quanto no ambulante. Trilhar os caminhos desse universo é mergulhar num contexto híbrido e encontrá-las como agentes sociais que quebraram paradigmas e reinventaram valores e costumes na cultura afro-brasileira.PALAVRAS-CHAVES: Mulher, alimentação, cultura, África, colônia, comércioABSTRACT: This work aims to contribute to the study of the history of African women and their descendants in Minas Gerais in the eighteenth century, through the analysis of eating habits, identifying various forms of representation and sociability in the food culture of Portuguese America universe. The goal, in addition to knowing and understanding the daily life of these women food culture is also seeking to assert an identity that they can be seen while preserving their original traditions, highlighting thus their ethnic and cultural aspects. To this end, it is proposed to study them by one of the means by which they acted more in Minas Gerais, the food. They settled as real protagonists in the midst of a patriarchal society acting both in the fixed trade as in walking. Walk the paths of this universe is to dive in a hybrid context and

  12. Recuperação da desnutrição em ratos mediante rações adicionadas ou não de suplemento alimentar e de vitaminas e minerais durante o período de crescimento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Guzmán-Silva Maria Angélica

    2004-01-01

    Full Text Available OBJETIVOS: O propósito deste estudo foi analisar experimentalmente a eficiência da suplementação alimentar da dieta do Município de Quissamã, RJ, em recuperar a desnutrição durante o período de crescimento. MÉTODOS: Foram utilizados 42 Rattus norvegicus, desmamados ao 26º dia e induzidos à desnutrição por 21 dias (ração hipoprotéica 2%, ad libitum. Os animais foram distribuídos em sete grupos, alimentados com suas respectivas dietas, todas isoprotéicas (10% e isoenergéticas (350Kcal/100g. Foi registrado o peso dos animais e, após o sacrifício, foram coletados e pesados fígado, rins, baço e intestino. RESULTADOS: O ganho ponderal médio no 28º dia do controle suplemento alimentar (75,33g foi significativamente inferior aos demais grupos, e o do controle suplemento alimentar e vitaminas+minerais foi o mais elevado (213,17. Quase todos os grupos diferenciaram-se estatisticamente no peso médio de fígado, rins e baço; os órgãos do controle suplemento alimentar apresentaram o menor peso (respectivamente 3,34g; 0,97g; 0,24g sendo significativamente inferior aos demais grupos. O controle suplemento alimentar e vitaminas+minerais apresentou o maior peso médio do fígado (13,85g. O Controle vitaminas+minerais apresentou o maior peso médio dos rins (1,88g e do baço (0,87g. O número de placas de Peyer/animal variou de nove a treze, sem diferenças entre os grupos; o tamanho das placas de Peyer do controle suplemento alimentar (2,6mm foi significativamente inferior aos demais grupos. O Quissamã suplemento alimentar apresentou as maiores placas de Peyer (4,4mm. O controle suplemento alimentar apresentou sempre valores inferiores para todos os parâmetros estudados comparativamente, já que não foram adicionados à sua ração vitaminas e minerais. CONCLUSÃO: A dieta de Quissamã, RJ experimentalmente alcança as necessidades mínimas para promover a recuperação da desnutrição, sendo desnecessária a adição de

  13. Violência contra a mulher: análise de casos atendidos em serviço de atenção à mulher em município do Sul do Brasil Violence against women: analysis of cases attended in a women care centre in a municipality in Southern Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Elaine Ferreira Galvão

    2004-08-01

    Full Text Available Este artigo, de caráter descritivo, tem como objetivo apresentar o perfil de mulheres atendidas em um centro de atendimento à mulher em Londrina, Paraná, e caracterizar os casos quanto aos tipos de violência sofrida, queixa principal, ambiente em que ocorreu a violência e tipo de vínculo do agressor com a mulher. Utilizando-se o Programa Epi Info 6.04 montou-se um banco de dados com as informações extraídas das fichas das mulheres atendidas pelo Serviço, no ano de 2001. Do total de 470 fichas analisadas, verificou-se que a média de idade das mulheres é de 34 anos. A maioria, 47,2%, declarou-se casada e 54% possuem um ou dois filhos. Declararam-se chefes de família 38,7% das mulheres. A violência emocional prevaleceu, representando 56,4% dos casos, seguida pela violência física (32,1%. Os principais agressores são os atuais maridos ou companheiros das mulheres (73,4% e o lar é o espaço onde a maioria das agressões ocorre. Considerando-se a complexidade do problema, que está associado à questão da construção social dos papéis masculinos e femininos e da desigualdade existente nas relações entre os gêneros, conclui-se que os serviços de atendimento às mulheres em situação de violência são de fundamental importância e que estes devem estar articulados com os serviços de saúde no desenvolvimento de ações preventivas e na perspectiva da atenção integral à mulher.The objective of this descriptive study is to present the profile of women who were assisted at a women's care center in Londrina, Paraná State, Brazil, and to characterize the cases in relation to types of violence, main complain, environment where the violence occurred and the woman-perpetrator relationship. Information extracted from the records of women assisted in 2001 was processed using the Epi Info software, version 6.04. Of a total of 470 records analyzed, the mean age of the women was 34. The majority (47.2% reported to be married, 54% had

  14. Capacidade de produção de força de preensão isométrica máxima em mulheres com artrite reumatoide: um estudo piloto

    OpenAIRE

    Iop, Rodrigo da Rosa; Shiratori, Ana Paula; Ferreira, Luciana; Borges Júnior, Noé Gomes; Domenech, Susana Cristina; Gevaerd, Monique da Silva

    2015-01-01

    O objetivo deste estudo foi verificar a capacidade de produção de força de preensão manual máxima (FPMmax) em mulheres com artrite reumatoide (AR) e sua relação com a atividade da doença. Foram selecionadas nove mulheres com AR e dez mulheres saudáveis. Foram registrados dados demográficos de ambos os grupos, além de características clínicas das mulheres com AR. A determinação do nível da atividade da doença foi conduzida pelo protocolo Disease Activity Score (DAS-28) por meio da Proteína C-R...

  15. Comportamentos de risco para transtornos do comportamento alimentar e fatores associados entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria Lucia Magalhães Bosi

    2006-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Caracterizar práticas alimentares e fatores de risco associados a transtornos do comportamento alimentar entre estudantes de nutrição do município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Estudo seccional junto a um segmento populacional apontado na literatura como de risco para o surgimento de transtornos alimentares. Utilizaram-se o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo (BITE, o Teste de Atitudes Alimentares (EAT-26 e uma variável que considera os dois instrumentos associados (Nunes et al., 2001. RESULTADOS: Analisaram-se 193 estudantes do sexo feminino, com média de idade de 20,9 anos ± 2 anos. Detectou-se resultado positivo em 14% (intervalo de confiança [IC] 95%: 9,4%-20% no EAT-26. No BITE, para sintomas elevados e gravidade intensa, foram encontradas prevalências de 5,7% (IC 95%: 2,9%-10% e 3,2% (IC 95%: 1,2%-6,9%, respectivamente. Quando combinados EAT-26 positivo e BITE com gravidade intensa e sintomas elevados, constataram-se correlações positivas com prevalências de 64,7% (p < 0,001 e 36,4% (p < 0,001, respectivamente. Das mulheres que apresentaram EAT-26 positivo, 88,5% encontram-se na faixa de normalidade do índice de massa corporal (IMC (p < 0,031. CONCLUSÕES: Deve-se atentar para comportamentos de risco para transtornos alimentares no grupo, uma vez que esses distúrbios serão objeto de sua prática profissional, podendo comprometê-la nos casos em que nutricionistas sejam portadores de síndromes instaladas ou comportamentos precursores.

  16. Efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis: ensaio clínico randomizado = Effect of treadmill walking on ankle proprioceptive acuity in healthy young women: a randomized clinical trial

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Briani, Ronaldo Valdir

    2015-01-01

    Full Text Available Objetivos: Avaliar o efeito da caminhada em esteira na acuidade proprioceptiva do tornozelo de mulheres jovens saudáveis. Métodos: Para este ensaio clínico randomizado foram selecionadas 20 mulheres entre 18 e 30 anos com um nível baixo de atividade física segundo a classificação IPAQ (Questionário Internacional de Nível de Atividade Física. As participantes foram divididas em dois grupos de 10 componentes, o Grupo Exercício, que realizou 10 sessões de caminhada em esteira, e o Grupo Controle, que não foi submetido a nenhuma intervenção. A acuidade proprioceptiva do tornozelo foi avaliada pré e pós-intervenção por meio do Star Excursion Balance Test. Após ser confirmada a normalidade dos dados, foi utilizada a análise de variância com delineamento misto para comparação entre os grupos e entre as avaliações pré e pós-intervenção. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas na execução do Star Excursion Balance Test comparando as avaliações pré e pós-intervanção em ambos os grupos. Também não foram encontradas diferenças entre os dois grupos comparando as variações percentuais entre as duas avaliações. Conclusões: Nas condições testadas, um programa de 10 sessões de caminhada em esteira não foi capaz de promover adaptações na acuidade proprioceptiva do tornozelo em mulheres jovens saudáveis

  17. Bacterial vaginosis in Portugal : diagnosis of Gardnerella vaginalis and Atopobium vaginae in healthy or symptomatic women = Vaginose bacteriana em Portugal : diagnóstico de Gardnerella vaginalis e Atopobium vaginae em mulheres saudáveis ou sintomáticas

    OpenAIRE

    Silva, Débora Salgueiro da

    2012-01-01

    A vaginose bacteriana corresponde ao distúrbio mais comum nas mulheres, tendo um impacto importante em todo o Mundo. Estima-se que afecta cerca de 30-50% das mulheres Afro-Americanas e 10-20% das mulheres Caucasianas em idade reprodutiva. Associado ao aparecimento de vaginose bacteriana, verifica-se um decréscimo do número de Lactobacillus spp. no epitélio com consequente aumento do número de microrganismos anaeróbios, tais como Gardnerella vaginalis e Atopobium vaginae. Embora comumente asso...

  18. Efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia: uma revisão de literatura = Effects of manual therapy on pain in women with fibromyalgia: a literature review

    OpenAIRE

    Ziani, Marciele Monzon; Bueno, Elaine Alegre; Kipper, Lenise Romero; Vendrusculo, Fernanda Maria; Winck, Aline Dill; Heinzmann Filho, João Paulo

    2017-01-01

    Objetivo: Avaliar, através de uma revisão de literatura, os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com fibromialgia (FM). Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada nas bases de dados Pubmed, Lilacs, PEDro e Scielo, selecionando ensaios clínicos ou estudos quase experimental, nos idiomas português, inglês e espanhol, que objetivassem avaliar os efeitos da terapia manual sobre a dor em mulheres com FM. As palavras-chave e os operadores boleanos utilizados fo...

  19. Violência de gênero: comparação da mortalidade por agressão em mulheres com e sem notificação prévia de violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Augusta Barufaldi

    Full Text Available Resumo A violência contra a mulher constitui um importante problema de saúde pública no Brasil e no mundo. O objetivo do presente estudo foi descrever o perfil de mortalidade por agressão em mulheres e analisar se as vítimas de violência notificadas apresentam taxas de mortalidade por esse motivo mais elevadas do que a população feminina geral. Trata-se de um estudo descritivo da mortalidade por agressão em mulheres, a partir do linkage de bancos de dados. Os dados utilizados para o linkage foram todas as notificações de violência contra mulheres registradas no SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação no período de 2011 a 2015 e os óbitos de mulheres por agressão registrados no SIM (Sistema de Informações sobre Mortalidade, no período de 2011 a 2016. O risco de morte por agressão nas mulheres notificadas por violência foi maior do que na população feminina geral, revelando assim uma situação de vulnerabilidade. Mulheres negras, de menor escolaridade foram as principais vítimas de violência e homicídios. O elevado número de mulheres mortas por agressão e a violência de repetição revelaram a fragilidade das redes de atenção e proteção no atendimento integral, qualificado e oportuno às vítimas.

  20. Perfil de mulheres com alta fecundidade em um grande centro urbano no Brasil The profile of women with high fertility in a major urban center in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Vânia Muniz Néquer Soares

    2013-04-01

    Full Text Available Estudo quantitativo, descritivo que teve como objetivo conhecer e caracterizar as condições sociodemográficas, reprodutivas e de proteção social de mulheres que vivenciam alta fecundidade, em um grande centro urbano. A população pesquisada constituiu-se de 441 mulheres residentes em Curitiba que tiveram o quinto filho, ou mais, no ano de 2005, identificadas pela declaração de nascido vivo do último filho. Realizaram-se visitas domiciliares para entrevistas nos anos de 2006 a 2008. Para a coleta dos dados foi utilizado um questionário semiestruturado. Os resultados foram apresentados em tabelas com frequências absolutas e relativas, médias e desvio padrão, permitindo delinear o seguinte perfil: mulher migrante do interior do estado, residente há mais de dez anos na capital, vinda de família numerosa, com 35 anos em média e cinco anos de estudo, com mais de uma união, vivendo em união consensual, subempregada, com renda média aproximada de R$ 600,00, responsável por sete dependentes ou mais. Confirmando claramente a vulnerabilidade dessas mulheres e suas famílias. Conclui-se que a busca ativa de mulheres com alta fecundidade pelas equipes de saúde da família, priorizando suas necessidades, contribuiria para a redução das desigualdades sociais e em saúde a que elas estão sujeitas.A quantitative, descriptive study sought to identify the socio-demographic, reproductive and social protection conditions of women in a large city in Brazil. The target population consisted of women living in Curitiba with the last of five or more children born in the year 2005, identified by the registration system of newborn babies. Interviews in households were carried out with 441 women from 2006 to 2008 using a semi-structured questionnaire. Data obtained from the study were presented in tables with absolute and relative frequencies, averages and standard deviations. The following profile was derived from the results: migrant women from the

  1. Mulheres em construção: o papel das mulheres mutirantes na construção de casas populares Women's role in the social construction of popular houses

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Buzzo Fertrin

    2010-08-01

    Full Text Available O presente estudo buscou analisar o papel dos grupos sociais e das interações entre eles no processo de construção do artefato tecnológico 'casa popular', com destaque para o papel desempenhado pelas mulheres. O acompanhamento de um projeto habitacional em desenvolvimento e as informações coletadas de várias fontes revelaram que não apenas o artefato foi moldado pelas relações sociais, mas também que o processo construtivo por meio do mutirão provocou mudanças significativas nas relações anteriormente estabelecidas entre os moradores. Nesse contexto, alguns papéis sociais desempenhados pelas mulheres mutirantes foram alterados substancialmente: elas ocuparam a liderança nas negociações; assumiram o trabalho 'pesado' e 'perigoso' na obra e; construíram - juntamente com as casas - sua nova 'identidade feminina'.This article aimed at investigating the role of relevant social groups and their interaction in the shaping of a technological artefact, namely, a social housing project in which the future residents are themselves responsible for the construction work. In particular, it focuses on the role of the women in the group of future residents. The close observation of the development of the process together with information from documents and interviews revealed that not only the final artefact is shaped by the social groups but also that the interaction between and within such groups are considerably modified during the process. In particular, the social role of women was significantly changed: they steadly and firmly took ever the leading roles; they assumed all sorts of "heavy" and "dangerous" work and, they built, together with the houses, a new female identity.

  2. Psicodinâmica da mulher trabalhadora de meia-idade em fase de pré-aposentadoria

    OpenAIRE

    Leão,Marluce Auxiliadora Borges Glaus; Gíglio,Joel Salles

    2002-01-01

    Este estudo analisa o processo de aposentar-se como um fenômeno de transição na meia-idade, investigando como uma mulher trabalhadora, com alto nível de qualificação profissional, vivencia a proximidade da aposentadoria e o que orienta suas expectativas de vida. Utiliza entrevista e procedimento de desenhos-estórias como técnica de investigação clínica da personalidade, analisando qualitativamente os dados à luz da Psicologia Analítica. Constata que, nessa mulher, a proximidade da perda da id...

  3. Fatores de risco associados ao sobrepeso e a obesidade em mulheres de São Leopoldo, RS

    OpenAIRE

    Teichmann,Luciana; Olinto,Maria Teresa Anselmo; Costa,Juvenal Soares Dias da; Ziegler,Denize

    2006-01-01

    OBJETIVO: Identificar a prevalência e os fatores de risco para sobrepeso e obesidade nas mulheres de São Leopoldo, RS, Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com base populacional incluindo 981 mulheres de 20 a 60 anos de idade. O sobrepeso foi definido pelo índice de massa corporal entre 25 a 29,9 Kg/m² e a obesidade foi considerada como IMC > 30 Kg/m². As medidas de efeito brutas e ajustadas foram calculadas pela Regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi...

  4. MARCA EXPORTADA É MELHOR DO QUE UMA APENAS LOCAL?UM ESTUDO EXPLORATÓRIO COM MULHERES EM SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    VIVIAN STREHLAU

    2007-01-01

    Full Text Available As marcas brasileiras de biquínis gozam de boa imagem na Europa e Estados Unidos, mas pouco se sabe como isso vem afetando a compra dentro do país. A pesquisa procurou identificar os principais fatores que influenciam a escolha das maiores marcas exportadoras de biquíni por mulheres jovens e mais especificamente se existe valor percebido quanto à marca ser exportada. Esse artigo está apoiado em pesquisa exploratória quantitativa baseada em questionários fechados, aplicados junto a 179 mulheres na faixa etária entre 18 e 35 anos, das classes AB, consideradas as maiores consumidoras. Utilizou-se o método de amostragem não probabilístico, com amostra por conveniência. Uma análise de natureza quantitativa com o uso de SPSS permitiu identificar que a marca exportada influencia positivamente a decisão de compra e que os fatores mais relevantes na compra de um biquíni, obtidos através de análise fatorial são: o lado fashion, o mais importante, seguido por design, modelo e conforto.

  5. Construindo pontes: a prática da interdisciplinaridade. Estudo PopTrans: um estudo com travestis e mulheres transexuais em Salvador, Bahia, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ines Dourado

    Full Text Available Resumo: Pessoas trans, incluindo travestis, mulheres transexuais, apresentam taxas desproporcionalmente elevadas de HIV/AIDS em comparação com o restante da população. Entretanto, são poucos os estudos quantitativos/qualitativos com pessoas trans no Brasil. Assim, uma equipe de pesquisadores de diferentes áreas desenvolve um projeto de pesquisa interdisciplinar com o objetivo de conhecer as condições e os modos de vida, e ao mesmo tempo investigar fatores determinantes da infecção pelo HIV, sífilis e hepatites B e C entre travestis e mulheres transexuais. Neste artigo, pretende-se descrever a experiência de implantação e desenvolvimento do estudo com uma abordagem etnoepidemiológica em Salvador, Bahia, Brasil. O mapeamento da população começou com uma pesquisa formativa que foi crucial para orientar o inquérito epidemiológico. A produção de dados etnoepidemiológicos é um desafio cotidiano para os pesquisadores, produzindo uma série de reflexões sobre os limites de nossos conceitos e categorias para traduzir a diversidade de práticas e experiências das participantes da pesquisa.

  6. Náuseas, vômitos e qualidade de vida de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Thais de Oliveira Gozzo

    Full Text Available Objetivou-se avaliar a qualidade de vida (QV de mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico e identificar a ocorrência de náuseas e vômitos durante o tratamento. Os dados foram coletados com a aplicação do instrumento da Organização Europeia de Pesquisa e Tratamento de Câncer, EORTC-QLQ-C30, na versão em português, bem como do módulo para câncer de mama BR-23, aplicados antes, no meio e ao final do tratamento. Das 79 mulheres incluídas, 93% apresentaram náuseas e 87% vômitos pelo menos uma vez durante o tratamento. A QV apresentou pequena diminuição durante o tratamento. O coeficiente alfa de Cronbach para cada aplicação dos questionários foi de 0,890492, 0,936392 e de 0,937639. A disponibilidade de informações sobre o tratamento e de orientações quanto ao manejo da náusea e do vômito é crucial para o gerenciamento adequado das toxicidades da quimioterapia.

  7. Sistema de Suplementação Alimentar para Bovinos de Corte em Pastejo: Validação

    OpenAIRE

    Lana Rogério de Paula; Gomes Júnior Paulo

    2002-01-01

    Objetivou-se com este trabalho a validação do programa de computador do Sistema Viçosa de Formulação de Rações, bem como testar o NRC 1996 de gado de corte, incluindo os níveis 1 (Sistema NRC) e 2 (Sistema Cornell), para bovinos de corte em pastejo. Os dados de ganho de peso preditos pelos programas, em função do peso corporal, dos grupos genéticos e da composição e do consumo de suplementos, durante o período da seca, foram comparados com os dados observados. O Sistema NRC, níveis 1 e 2, sub...

  8. Consumo e conversão alimentar de machos bovinos inteiros Charolês, Caracu e cruzamentos recíprocos em confinamento

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Perotto Daniel

    2000-01-01

    Full Text Available RESUMO - O consumo diário de matéria seca (CPUPV, a conversão alimentar (CONV e o ganho de peso médio diário (GMD de 80 machos bovinos inteiros Charolês (Ch, Caracu (Ca e seus cruzamentos recíprocos (ChCa e CaCh gerados pelo cruzamento alternado Ch x Ca foram analisados. Todos os animais foram alimentados em baias individuais por períodos de 76 a 97 dias, quando receberam silagem de milho à vontade e concentrado contendo 17,8% PB e 79% NDT fornecido à base de 1% PV/animal/dia. As três características foram analisadas inicialmente em função do período de alimentação, sendo o período total dividido em três sub-períodos e, posteriormente, no período total. As médias gerais para as três características, considerando-se o período total, foram 2,25 kg de MS/100 kg PV/dia, 6,75 kg MS/kg de GMD e 1,587 kg/dia, respectivamente, para CPUPV, CONV e GMD. Na análise por período, o grupo genético (GPO influenciou CPUPV e GMD, mas não a CONV. A interação GPO x período não mostrou efeito para qualquer das três características. O Ch superou o Ca para CONV (-0,861 kg de MS/kg de GMD e GMD (0,163 kg/dia. A diferença recíproca (ChCa - CaCh foi significativa para as três características, e o ChCa foi melhor que o CaCh. Houve efeito da heterose sobre o GMD. O cruzamento alternado Ch x Ca igualou-se ao Ch e superou o Ca.

  9. Complicações da hipertensão arterial em homens e mulheres atendidos em um ambulatório de referência Complications of hypertension in men and women seen in a referral outpatient care unit

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Antonio Carlos Beisl Noblat

    2004-10-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar se o sexo se associa à hipertrofia ventricular esquerda, ao acidente vascular cerebral e à insuficiência renal em hipertensos atendidos em ambulatório de referência. MÉTODOS: Dados de 622 hipertensos, admitidos com diagnóstico de hipertrofia ventricular esquerda baseado no eletrocardiograma, de insuficiência renal, na creatinina > 1,4 mg/dl, e de acidente vascular cerebral em história pregressa e exame físico. Regressão logística foi utilizada para estimar odds ratio da associação entre sexo e lesão de órgãos-alvo da hipertensão, ajustadas para raça, idade e sua duração. RESULTADOS: A média das idades foi 48,4±13,8 anos, 74,1% eram mulheres, 84,9% mulatos ou negros. Quase a metade dos homens e mais de 40% das mulheres apresentavam pelo menos um evento definido com lesão órgão-alvo. Insuficiência renal foi maior nos homens, OR ajustada (ORa = 2,73; (p=0,002. Nos pacientes brancos, a freqüência de acidente vascular cerebral foi significantemente (p=0,017 maior nos homens (4/33 do que nas mulheres (0/56 e, na análise para idade > 49 anos, a prevalência de hipertrofia ventricular esquerda foi significantemente maior em homens, ORa = 1,99; (p=0,024. CONCLUSÃO: Os dados obtidos sugerem maior prevalência de insuficiência renal em homens do que em mulheres, de acidente vascular cerebral em homens brancos do que em mulheres brancas, e de hipertrofia ventricular esquerda em homens do que em mulheres com idade > 49 anos.OBJECTIVE: To assess the association between sex and left ventricular hypertrophy, stroke, and renal failure in hypertensive patients in a referral outpatient care unit. METHODS: This study assessed 622 hypertensive patients diagnosed with left ventricular hypertrophy based on electrocardiography, renal failure based on serum creatinine level > 1.4 mg/dL, and stroke based on a previous history and physical examination. Logistic regression was used to estimate the odds ratio of the

  10. Risco da radiação ionizante em mulheres férteis submetidas à ablação por radiofrequência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Glotz de Lima

    2013-11-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: A Comissão Internacional de Radiologia indica rastreamento com teste de gravidez a todas pacientes do gênero feminino em período fértil que serão submetidas a exame radiológico. Sabe-se que a radiação é teratogênica e que seu efeito é cumulativo. O potencial teratogênico inicia-se com doses próximas às das utilizadas durante esses procedimentos. Não se sabe a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou à ablação por cateter em nosso meio. OBJETIVO: Avaliar a prevalência de teste de gravidez positivo em pacientes do gênero feminino encaminhadas para estudo eletrofisiológico e/ou ablação por radiofrequência. MÉTODOS: Estudo transversal com análise de 2.966 pacientes submetidos a estudo eletrofisiológico e/ou ablação por cateter, de junho 1997 a fevereiro 2013, no Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Foram realizados 1.490 exames em mulheres sendo que, destas, 769 encontravam-se em idade fértil. Todas as pacientes foram rastreadas com teste de gravidez no dia anterior ao procedimento. RESULTADOS: Detectou-se positividade do teste em três pacientes, impossibilitando a realização do exame. Observou-se prevalência de 3,9 casos por 1.000 mulheres em idade fértil. CONCLUSÃO: Devido ao baixo custo e à segurança, indica-se a realização de teste de rastreamento para gravidez a todas pacientes em idade fértil, uma vez que o grau de radiação ionizante necessária nesse procedimento é muito próximo ao limiar de teratogenicidade, principalmente no primeiro trimestre, quando os sinais de gestação não são exuberantes.

  11. A infertilidade na mulher e a ocorrência de infecções sexualmente transmissíveis em idade fértil

    OpenAIRE

    Palma, Cátia Alexandra Pereira Teixeira

    2011-01-01

    RESUMO - Enquadramento: Num momento em que a população mundial atinge os 7 biliões, um dos capítulos do Relatório do Fundo de População das Nações Unidas é dedicado à fertilidade. A maioria dos países europeus apresenta taxas de fecundidade abaixo das necessárias para a reposição populacional. Portugal não é excepção, apresentando um índice sintético de fecundidade, em 2009 de 1,32 crianças por mulher. Calcula-se que 10% dos casais portugueses são inférteis, com uma distribuição e...

  12. Considerações éticas sobre pesquisas com mulheres em situação de violência

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ricardo de Mattos Russo Rafael

    2013-04-01

    Full Text Available Este ensaio tem por objetivo refletir sobre os princípios ético-metodológicos envolvidos em pesquisas com mulheres em situação de violência. O texto discute a aplicação dos princípios da beneficência e não maleficência durante as pesquisas que envolvem esta temática, apontando para recomendações balizadas pela privacidade, autonomia e contribuições imediatas para os sujeitos voluntários. A seguir, tomando como referencial teórico os princípios da justiça e equidade, os autores propõem um debate sobre os aspectos metodológicos envolvidos na garantia de proteção das entrevistadas, com vistas à melhoria da qualidade dos dados obtidos e possíveis contribuições sociais.

  13. Mulheres camponesas plantando saúde, semeando sonhos, tecendo redes de cuidado e de educação em defesa da vida

    OpenAIRE

    Vanderléia Laodete Pulga

    2014-01-01

    Esta tese consiste na identificação de contribuições político-pedagógicas dos movimentos sociais populares nas experiências e práticas culturais, integrativas, tradicionais de cuidado e de educação popular em saúde, especialmente do Movimento de Mulheres Camponesas, que poderão compor a caixa de ferramentas pedagógicas dos processos de formação de profissionais/trabalhadores (as) da saúde para sua atuação no Sistema Único de Saúde (SUS) em comunidades do campo, da floresta e das águas. A pesq...

  14. As marcas de gênero no fumar feminino: uma aproximação sociológica do tabagismo em mulheres

    OpenAIRE

    Borges,Marcia Terezinha Trotta; Barbosa,Regina Helena Simões

    2009-01-01

    A partir de extensa revisão bibliográfica do tema tabagismo feminino, o ensaio propõe, para melhor compreensão desta questão, a adoção de referenciais conceituais das ciências sociais, em particular da categoria gênero, visando subsidiar abordagens mais integrais e abrangentes na cessação e prevenção do tabagismo em mulheres. No cenário epidemiológico do tabagismo, identificam-se três tendências - pauperização, feminização e juvenilização - que confirmam o quanto muitos dos agravos à saúde fe...

  15. PERFIL ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE IDOSOS RESIDENTES EM MORADIAS INDIVIDUAIS NUMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA NO LESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lilian Fernanda GALESI

    2009-06-01

    Full Text Available

    Idosos, principalmente os residentes em instituições de longa permanência, merecem atenção, pelo fato de apresentarem dificuldades inerentes à própria idade. A identificação da alimenta��ão desta população é de extrema importância para verificar a sua adequação. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil alimentar e nutricional de 85 idosos, de ambos os sexos, residentes em moradias individuais de uma Instituição de Longa Permanência para idosos. Para a classificação do estado nutricional foi utilizado o Índice de Massa Corporal obtido por meio das medidas antropométricas de peso e estatura. Para a estimativa do consumo alimentar foram utilizados dois recordatórios de 24 horas. Todos os dados foram coletados nas residências dos indivíduos. Para efeito de análise, os idosos foram divididos em grupos segundo o IMC e as diferenças entre os grupos foram avaliadas pela ANOVA, seguida do teste de Tukey. Diante da análise do IMC (kg/m², dos 85 idosos participantes da pesquisa, 47 (55% foram classificados como eutróficos, 23 (27% com excesso de peso e 15 (18% com magreza. Com relação ao consumo alimentar, observou-se ingestão inadequada de energia e de alguns micronutrientes, tais como vitamina C, zinco e folato, quando se compara o ingerido com o recomendado pela Estimated Average Requirement, das DRI’s. Para os micronutrientes, a ingestão inadequada foi quantificada em menor que 50%. Em vista do exposto, esforços contínuos devem ser realizados na vigilância de consumo alimentar das populações idosas.

  16. Efeito do peso do suíno em terminação ao início da restrição alimentar sobre o desempenho e a qualidade da carcaça

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Bertol Teresinha Marisa

    2001-01-01

    Full Text Available Foi desenvolvido um estudo para determinar em que peso vivo deve se iniciar a restrição alimentar (RA, visando à melhoria do desempenho e da qualidade da carcaça em suínos machos castrados e fêmeas em terminação, alimentados com ração farelada, no período de inverno. Foram comparados quatro tratamentos: T1 - alimentação à vontade (AV até o abate; T2 - AV até os 90 kg PV e após restrição alimentar (RA de 10%; T3 - AV até os 75 kg peso e após RA de 10%; T4 - AV até os 60 kg PV e após RA de 10%. O experimento iniciou-se com peso vivo inicial dos animais de 52,58 ± 2,34 kg PV e encerrou-se com o peso de 119,27 ± 1,99 kg PV, quando os animais foram abatidos. A restrição alimentar iniciada em qualquer idade reduziu o ganho de peso diário (GPD, mas não melhorou a conversão alimentar (CA nem as características de carcaça dos machos castrados. Nas fêmeas, o GPD só foi reduzido naquelas que iniciaram a RA aos 60 kg peso, não havendo melhora da CA e nem da qualidade da carcaça com a RA iniciada em qualquer idade. Portanto, suínos com alto potencial para deposição de carne magra e baixo consumo voluntário de alimento, alimentados com dietas fareladas e contendo níveis adequados de aminoácidos, não respondem à restrição de energia com início entre os 60 e 90 kg PV para melhorar o desempenho e a qualidade da carcaça.

  17. Características de saúde de mulheres em situação de violência doméstica abrigadas em uma unidade de proteção estadual

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rebeca Monteiro Ferreira

    Full Text Available Resumo A promoção do atendimento às mulheres vítimas de violência implica uma ação não limitada ao combate, mas também à dimensão da assistência dada às vítimas. Este estudo visa conhecer as características sociodemográficas e de saúde das mulheres vítimas de violência que estão/estiveram sob a tutela protetora do Estado, antes e após a Lei Maria da Penha (LMP, bem como a assistência à saúde ofertada. Estudo seccional, exploratório-descritivo, documental, quali-quatitativo realizado em uma unidade de proteção especial de mulheres vítimas de violência do Estado do Ceará no segundo semestre de 2013. Amostra composta por 197 prontuários das mulheres atendidas entre 2001 e 2012. Poucas mudanças ocorreram no perfil de saúde de mulheres vítimas de violência doméstica atendidas pelo Estado, após a promulgação da LMP. Mudanças relevantes ocorreram no padrão de assistência oferecido, tais como maior investigação, promoção e registro de atividades relacionadas à saúde. Ainda é escassa a identificação de sequelas da agressão propriamente dita. Sugere-se inclusão de profissionais da saúde na equipe do abrigo para suprir essa demanda.

  18. Realidades em disputa: a proposição da prática alimentar da multimistura | Realities in dispute: a proposition of "multimixture" nutrition practices

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Ivan da Costa Marques

    2012-03-01

    Full Text Available Resumo A história da proposição da prática alimentar da multimistura está fortemente marcada pelo seu (desencontro com os conhecimentos científicos, especialmente com os conhecimentos científicos sobre a nutrição. O embate entre os nutricionistas e os defensores da multimistura vem sendo travado, principalmente a partir do começo da década de 1990, quando a multimistura chegou a adquirir os contornos de um programa governamental para a alimentação infantil no Brasil. Ofereço três histórias desse (desencontro. Cada uma dessas histórias habita o universo sócio-político-econômico-cognitivo da nutrição infantil com entidades que se apresentam como de naturezas diferentes em disputa pela realidade da alimentação infantil no Brasil. Palavras-chave multimistura, ciência, política, nutrição, história Abstract The history of the proposition of multimixture as a practice of nourishment is marked by its confrontation with scientific knowledge, especially about nutrition. Since the beginning of the 1990s, when multimixture was about to configure a governmental program to fight malnutrition among poor children, fierce disputes have arisen between nutritionists and supporters of the use of multimixture. I tell three stories about these disputes. Each of these three stories inhabits the cognitive economic-political-social universe of infant nutrition with entities that present themselves as of different natures disputing reality in infant nutrition in Brazil. Keywords multimistura, science, policy, nutrition, history

  19. Menarca, gravidez precoce e obesidade em mulheres brasileiras selecionadas em um Centro de Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gilberto Kac

    2003-01-01

    Full Text Available O objetivo foi identificar fatores obstétricos potencialmente associados à obesidade em 486 mulheres brasileiras entre 15-59 anos, residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. A gordura corporal (GC foi aferida por meio de exame de bioimpedância e a obesidade foi definida como GC > 30%. A associação entre fatores obstétricos e a obesidade foi avaliada a partir da técnica de regressão logística. Permaneceram associadas com a obesidade no modelo final após controle para o efeito da renda, fumo, consumo de álcool e prática de atividade física: idade de menarca 30 e 40 anos (OR = 3,32; IC95%: 1,76-6,27, idade ao primeiro parto (OR = 1,99; IC95%: 1,07-3,68 e a seguinte interação significativa: faixa etária de 30-39 e idade de menarca (OR = 0,27; IC95%: 0,09-0,83. Os fatores obstétricos se manifestam na obesidade por meio de uma complexa rede de inter-relações entre as covariáveis estudadas. É importante que sejam implementadas políticas eficazes de combate à obesidade durante o ciclo reprodutivo, e de planejamento familiar que busquem diminuir a freqüência de mães adolescentes.

  20. Assessment of executive functions in obese individuals with binge eating disorder Avaliação de funções executivas em indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Duchesne Monica

    2010-12-01

    Full Text Available OBJECTIVE: The aim of this study was to assess executive functions of obese individuals with binge eating disorder. METHOD: Thirty-eight obese individuals with binge eating disorder were compared to thirty-eight obese controls without binge eating disorder in terms of their executive functions. All individuals were assessed using the following instruments: Digit Span, Trail Making Tests A and B, Stroop Test and the Wisconsin Card Sorting Test. In addition, four subtests from the Behavioral Assessment of the Dysexecutive Syndrome Battery were also used, namely the Zoo Map Test, the Modified Six Elements Test, the Action Program Test and the Rule Shift Cards Test. RESULTS: When compared to obese controls, obese individuals with binge eating disorder presented significant impairment in the following tests: Digit Span backward, Zoo Map Test, Modified Six Elements Test, and Action Program Test. Subjects with binge eating disorder also showed significant more set shifting and perseverative errors in the Wisconsin Card Sorting Test. In other measures such as the Digit Span Forward, the Trail Making Test, the Stroop Test and the Rule Shift Cards Test, obese subjects with binge eating disorder did not differ significantly from obese subjects without binge eating disorder. CONCLUSION: These results suggest that, in the present sample, obese individuals with binge eating disorder presented executive deficits, especially impairments relating to problem-solving, cognitive flexibility and working memory.OBJETIVO: O objetivo desse estudo foi avaliar as funções executivas de indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. MÉTODO: Trinta e oito indivíduos obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica foram comparados com 38 controles obesos sem transtorno da compulsão alimentar periódica em termos de suas funções executivas. Todos os indivíduos foram avaliados utilizando os seguintes instrumentos: Digit Span, Trail

  1. O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS The burden of osteoporosis in Brazil: regional data from fractures in adult men and women - The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Marcelo M Pinheiro

    2010-04-01

    Full Text Available INTRODUÇÃO/OBJETIVOS: O BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study é um estudo epidemiológico, de base populacional, realizado em amostra representativa de mulheres e homens brasileiros, de idade superior a 40 anos, com o objetivo de identificar os principais fatores clínicos de risco associados com fratura por baixo impacto. Nesse artigo são apresentados os principais resultados do estudo, de acordo com cada região do país. PACIENTES E MÉTODOS: Um total de 2.420 indivíduos, provenientes das cinco regiões do país e de todas as classes socioeconômicas foram incluídos no estudo. Foram avaliados dados antropométricos, bem como aspectos relacionados aos hábitos de vida, fraturas, ingestão alimentar, atividade física, quedas e qualidade de vida por meio de entrevista individual e quantitativa. Fratura por baixo impacto foi definida como aquela decorrente de queda da própria altura ou menos. Valor de P OBJECTIVES: The BRAZOS (The Brazilian Osteoporosis Study study is the first epidemiological and population-based study carried out in a representative sample of Brazilian men and women, 40 years or older, with the objective of identifying the prevalence and main clinical risk factors (CRF associated with low-impact fractures. This report shows the main results according to each region of the country. PATIENTS AND METHODS: A total of 2,420 subjects (70% women from 150 different cities in five geographic regions in Brazil, and from all different socio-economical classes were included in this study. Anthropometrical data, as well life style, previous fractures, nutritional status, physical activity, falls, and quality of life were evaluated by a quantitative individual survey. Low-impact fracture was defined as that resulting from a fall no greater than standing height of an individual. A P < 0.05 was considered significant. RESULTS: Statistically significant differences in the prevalence of fractures among the five Brazilian regions

  2. Fontes amiláceas como estratégia alimentar de controle da obesidade em cães

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Mariana Lorenção Feitosa

    2015-03-01

    Full Text Available O sorgo é uma fonte de carboidratos complexos que possui digestão lenta, podendo contribuir na redução de peso corporal pela manutenção de saciedade por tempo prolongado. Objetivou-se avaliar o uso de dietas formuladas a base de milho, sorgo e milho:sorgo na redução de peso corporal de cães, de ambos os sexos e de duas raças, previamente induzidos ao sobrepeso. Trinta e seis cães adultos inteiros foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 3x2x2: três combinações de carboidratos - milho (60% - DM, sorgo (60% - DS e milho:sorgo (30:30% - DMS; duas raças - Beagle (RBE e Daschund (RDA; dois sexos. Os cães RBE e RDA tiveram, em média, uma redução de peso de aproximadamente 1,52±0,76kg e 0,97±0,62kg, respectivamente (P0,05. Houve efeito significativo da raça e da dieta sobre o índice de massa corporal (IMCC (P0,05. A redução de IMCC variou de 1,48, 3,29 e 2,75 para as dietas DM, DS e DMS (P<0,05, que representou cerca de 9,25%, 19,26 e 16,65%, respectivamente, da IMCC inicial (P<0,05. Conclui-se que a dieta influencia significativamente o IMCC, mas não interfere sobre o peso corporal. As dietas com sorgo tiveram os menores IMCC. A raça é determinante no IMCC. Em ambos os sexos não há diferença significativa no peso corporal entre os tratados com DM, DS ou DMS

  3. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção

    OpenAIRE

    Amaral,Luana Bandeira de Mello; Vasconcelos,Thiago Brasileiro de; Sá,Fabiane Elpídio de; Silva,Andrea Soares Rocha da; Macena,Raimunda Hermelinda Maia

    2016-01-01

    Resumo: A violência baseada no gênero tem se constituído em um fenômeno social que influencia sobremaneira o modo de viver, adoecer e morrer das mulheres. Este estudo visa conhecer as diferenças antes e após a criação da Lei Maria da Penha (LMP) nas agressões sofridas pelas mulheres que foram atendidas na Unidade de Proteção Especial do Estado do Ceará. Trata-se de um estudo seccional, exploratório-descritivo e documental. A amostra foi composta por 197 prontuários das mulheres atendidas em u...

  4. Contracepção hormonal e anti-retrovirais em mulheres infectadas pelo HIV Hormonal contraception and antiretroviral therapy among HIV-infected women

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Eliana Amaral

    2006-11-01

    Full Text Available Há controvérsia sobre a relação entre o uso de contraceptivos hormonais e o risco de adquirir o vírus da imunodeficiência humana (HIV, e pouco se sabe sobre os efeitos da contracepção hormonal em mulheres infectadas (efeitos colaterais, distúrbios menstruais, progressão da doença, interações com terapias anti-retrovirais. O objetivo deste artigo foi revisar os dados disponíveis quanto à vulnerabilidade ao HIV e à sua transmissibilidade na vigência do uso de contraceptivos hormonais bem como as conseqüências potenciais do uso desses contraceptivos por mulheres HIV-positivas sob terapia anti-retroviral (TARV, com ênfase nas interações medicamentosas. Concluiu-se que ainda não é possível elaborar recomendações, baseadas em evidências, sobre a contracepção hormonal em mulheres portadoras do HIV sob TARV. Assim, os infectologistas e os ginecologistas devem estar atentos às interações potenciais que possam representar aumento de efeitos adversos, individualizando a orientação sobre os esteróides contraceptivos, suas doses e vias de administração, considerando a TARV em uso.There is much controversy regarding the realtionship between the use of hormonal contraceptives and the risk of acquiring human immunodeficiency virus (HIV, and little is known about the effects of hormonal contraception in HIV-infected women (adverse events, menstrual disorders, disease progression, antiretroviral therapy interactions. The aim of the present study was to review available data regarding HIV vulnerability and transmission associated with hormonal contraceptives and the use of these contraceptives by women on antiretroviral therapy, with emphasis on drug interactions. In conclusion, it was not possible to offer evidence-based recommendations for the use of hormonal contraceptives among HIV-infected women under antiretroviral therapy. Infectious disease specialists and gynecologists providing care should be cautious about potential

  5. Associação entre marcadores inflamatórios e fatores de risco cardiovascular em mulheres de Kolkata, W.B, Índia

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Debdutta Ganguli

    2011-01-01

    Full Text Available FUNDAMENTO: Recentes pesquisas tem se concentrado no uso de biomarcadores inflamatórios na previsão de risco cardiovascular. Entretanto, a informação é escassa em relação à associação entre esses marcadores inflamatórios com outros fatores de risco cardiovasculares em indianos asiáticos, particularmente em mulheres. OBJETIVO: Explorar a associação entre marcadores inflamatórios tais como proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as e contagem de leucócitos (LEU e fatores de risco cardiovascular tais como adiposidade geral e central, pressão arterial, variáveis lipídicas e lipoproteicas e glicemia de jejum. MÉTODOS: Conduzimos uma análise transversal de 100 mulheres com idade entre 35-80 anos. As participantes foram selecionadas através da metodologia de amostragem por cluster, de 12 distritos urbanos selecionadas ao acaso na Corporação Municipal de Kolkata, Índia. RESULTADOS: A PCR-as apresentou uma associação significante com o índice de massa corporal (IMC (p < 0,001 e circunferência da cintura (CC (p = 0,002. Associações significantes inversas foram observadas entre a lipoproteína de alta densidade colesterol (HDL-c e ambos marcadores inflamatórios PCR-as (p = 0,031 e LEU (p = 0,014. A apo-lipoproteína A1 (Apo A1 também estava negativamente associada com a PCR-as. A contagem de leucócitos apresentou uma correlação significante com a glicemia de jejum e a razão colesterol total (CT /HDL-C. Usando regressão logística ajustada para idade, IMC (odds ratio/OR, 1,186; intervalo de confiança/IC, 1,046-1,345; p=0,008 e LEU (OR, 1,045; IC, 1,005-1,087; p=0,027 foram as covariantes significantemente associadas com a PCR-as. CONCLUSÃO: No presente estudo, os fatores de risco tais como IMC, CC e HDL-c e Apo-A1 mostraram uma associação significante com PCR-as. A contagem de leucócitos estava significantemente associada com os níveis de HDL-c, glicemia de jejum, razão CT/HDL-c em mulheres.

  6. A produção científica em Segurança Alimentar e Nutricional nos periódicos Latino-Americanos da base de dados SciELO

    OpenAIRE

    Gomes, Rogério

    2015-01-01

    Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito parcial à obtenção do título de Bacharel em Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar. Orientadora: Profa. Dra. Érika Marafon Rodrigues Ciacchi. Co-orientadora: Profa. Dra. Silvia Aparecida Zimmermman. O objetivo da pesquisa foi analisar trabalhos publicados nos países da América Latina que compõe o conjunto ...

  7. Explorando os efeitos da sincronização do segundo estro e flushing alimentar sobre a incidência de cistos ovarianos em marrãs utilizando gonadotrofinas exógenas

    OpenAIRE

    Aline Campos Rosseto; Daniel Gonçalves Bruno; Simone Maria Massami Kitamura Martins; Volnei do Lago; Marcos Eduardo Pinese; Wagner Loesch Vianna; Maria Lucia Zaidan Dagli; Fabiana Fernandes Bressan; André Furugen Cesar de Andrade; Gisele Mouro Ravagnani; Mariana Andrade Torres; Aníbal de Sant’Anna Moretti

    2013-01-01

    A estimulação do estro por gonadotrofinas exógenas (GE) associada ao flushing alimentar é uma ferramenta importante na melhoria do desempenho reprodutivo de marrãs. Contudo, há evidência da associação do flushing com GE levando ao desequilíbrio no sistema endócrino que poderia levar ao aumento de cistos ovarianos. O objetivo deste estudo foi avaliar se o flushing ou GE pode afetar a taxa de ovulação e a incidência de cistos ovarianos. Setenta e uma marrãs foram distribuídas aleatoriamente em ...

  8. Validação do modelo lógico teórico da vigilância alimentar e nutricional na atenção primária em saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Santuzza Arreguy Silva Vitorino

    2017-12-01

    Full Text Available Resumo: É objetivo deste trabalho descrever as etapas de desenvolvimento e os resultados do processo de validação do modelo lógico teórico da vigilância alimentar e nutricional na atenção primária à saúde (APS. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, no qual foram envolvidos vinte especialistas em alimentação e nutrição, incluindo pesquisadores, gestores, profissionais de saúde e usuários, por meio de uma técnica de consenso, realizada em duas rodadas. Nelas, os participantes classificaram os componentes estruturais necessários para a realização da vigilância alimentar e nutricional e seus respectivos resultados esperados segundo a pertinência e a relevância. Os itens foram consensuados quando alcançaram mais de 80% de concordância entre os participantes, confirmados pela análise da mediana e do intervalo entre o primeiro e o terceiro quartis. Os resultados refletem o conteúdo validado das matrizes organizadas segundo quatro componentes técnicos: planejamento estratégico, planejamento administrativo, gestão e organização das práticas, monitoramento e avaliação. A estrutura e os processos necessários para a realização das ações de vigilância alimentar e nutricional na APS, bem como os resultados esperados em curto, médio e longo prazos, foram descritos no modelo lógico teórico. A validação da teoria de funcionamento da intervenção cumpriu o seu objetivo de aumentar a validade de conteúdo do constructo e dar suporte à generalização analítica do método de estudos de caso, estratégia adotada para avaliar a implantação da vigilância alimentar e nutricional em um dado contexto, além de criar espaço para o diálogo entre a teoria e sua crítica ao envolver diferentes interessados no processo avaliativo e oportunizar uma ferramenta útil para a gestão.

  9. Household food insecurity and excess weight/obesity among Brazilian women and children: a life-course approach Inseguridad alimentaria y exceso de peso/obesidad entre mujeres y niños brasileños: un enfoque para el transcurso de la vida Insegurança alimentar e excesso de peso/obesidade entre mulheres e crianças brasileiras: uma abordagem para o curso da vida

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Michael Maia Schlüssel

    2013-02-01

    que el proceso de transición nutricional en Brasil modele el efecto deletéreo de la IA en el acúmulo de grasa corporal a lo largo del transcurso de la vida, existiendo una asociación evidente entre adolescentes y adultas, sin embargo, todavía no entre niños.A insegurança alimentar (IA pode aumentar o risco de obesidade, mas os resultados não são consistentes para todos os estágios do curso da vida e entre países desenvolvidos/subdesenvolvidos. O objetivo deste artigo é revisar os resultados de análises anteriores com dados brasileiros de mulheres adultas, adolescentes do sexo feminino e crianças até cinco anos. Utilizaram-se dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde 2006. Associações entre IA, medida pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e excesso de peso/obesidade foram investigadas por modelos de regressão de Poisson. IA grave está associada com obesidade entre mulheres adultas (RP: 1,49; IC95%: 1,17-1,90 e IA moderada com excesso de peso entre adolescentes do sexo feminino (RP: 1,96; IC95%: 1,18-3,27. Não houve associação entre IA e obesidade em crianças de ambos os sexos. É possível que o processo de transição nutricional no Brasil modele o efeito deletério da IA no acúmulo de gordura corporal ao longo do curso da vida, sendo a associação evidente entre adolescentes e adultas, mas ainda não entre crianças.

  10. Qualidade de vida em mulheres no climatério atendidas na Atenção Primária

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Jéssica Steffany Miranda

    2014-10-01

    Full Text Available A vivência do climatério está cada vez mais presente, e demanda estratégias que melhorem a qualidade de vida das mulheres nesse período. A pesquisa objetivou avaliar a qualidade de vida de mulheres na fase do climatério, com ou sem uso da terapia de reposição hormonal (TRH. Estudo epidemiológico longitudinal, com amostra de 99 mulheres para cada grupo. Avaliaram-se as características sociodemográficas, clínicas e comportamentais. Foram aplicados à amostra a Menopause Rating Scale (MRS e o Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36. Utilizaram-se os testes t de student, Qui-quadrado e Tukey. As usuárias de TRH apresentaram média etária de 50,76 ± 3,63 anos, e as não usuárias de 48,95 ± 6,27anos (p=0,01. Relataram maior frequência de sintomas climatéricos de intensidade leve a moderada. Os aspectos sociais apresentaram escore abaixo de 50 para os dois grupos. Houve diferenças entre os grupos em relação aos componentes do SF-36 e MRS para estado geral de saúde, capacidade funcional, menor capacidade, depressão, insônia e fenômenos vasomotores.

  11. Gravidade psicopatológica em mulheres vítimas de violência doméstica Psychopathology severity in women victims of violence

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Adriana Cristine Fonseca Mozzambani

    2011-01-01

    Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a presença de sintomas psicopatológicos em mulheres vítimas de violência doméstica (VD que procuraram uma delegacia de defesa da mulher. MÉTODO: Foram avaliadas mulheres com idade entre 20 e 50 anos que deram entrada em uma delegacia da mulher com queixa de VD. Durante a entrevista, todas foram submetidas ao Relatório de Indicadores Sociais e preencheram os seguintes instrumentos de autoaplicação: Inventário de Depressão de Beck, Inventário de Ansiedade de Beck, Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version e o Questionário de Experiências Dissociativas Peritraumáticas (todos em língua portuguesa. Foram usadas notas de corte a partir dos estudos de validação desses instrumentos para categorizar indivíduos com alta probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, transtorno de ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, ou alta/baixa dissociação peritraumática. RESULTADOS: Foram avaliadas 17 mulheres com idade média de 34,7±7,7 anos. O tempo médio de duração da violência foi de 9,1±8,7 anos. Do total de mulheres, 53% eram vítimas de agressão excessiva e 84% eram ameaçadas de morte pelo companheiro; em 71% dos casos, os companheiros eram usuários de drogas. Além disso, 53% das mulheres afirmaram ter sofrido VD na infância. Do total da amostra, 89% tiveram grande probabilidade de apresentar transtorno depressivo maior, 94% transtorno de ansiedade, 76% transtorno de estresse pós-traumático e 88% apresentaram elevados níveis de experiências dissociativas peritraumáticas. CONCLUSÃO: As vítimas de VD que dão entrada em delegacias de defesa da mulher têm alta probabilidade de apresentar morbidade psiquiátrica, assim como alterações cognitivas que as impossibilitam de sair do ciclo da violência.OBJECTIVE: To assess the presence of psychopathological symptoms in women victims of domestic violence who seek help at police units offering women's protective

  12. Intencionalidade da ação de Cuidar mulheres em situação de violência: contribuições para a Enfermagem e Saúde

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Laura Ferreira Cortes

    Full Text Available RESUMO Objetivo: Apreender as motivações da ação da enfermeira ao cuidar de mulheres em situação de violência. Métodos: Pesquisa qualitativa, fundamentada na Fenomenologia Sociológica de Alfred Schutz. Realizaram-se dez entrevistas com enfermeiras que haviam cuidado dessas mulheres em um Hospital e, Pronto Atendimento da Rede Pública do Rio Grande do Sul, Brasil, no período de janeiro a abril de 2013. Resultados: A intencionalidade da ação desvelou a busca inicial da recuperação da saúde física das mulheres, permeada pela expectativa de compreender a situação; proporcionar bem-estar emocional, apoio e a continuidade do cuidado, para que as mulheres possam construir uma vida sem violência. Conclusão: O típico da ação revela a premência de se ampliar o foco do cuidado para o sujeito em sua situação biográfica singular. Vislumbram-se ações que visem desconstruir as atitudes naturais em relação à violência vivida.

  13. Uso diário e semanal de sulfato ferroso no tratamento de anemia em mulheres no período reprodutivo

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Lopes Maria do Carmo dos Santos

    1999-01-01

    Full Text Available Mediante um ensaio terapêutico randomizado e cego em 193 mulheres (15-45 anos de idade anêmicas (Hb<12mg/dl e "menstruantes", comparou-se a ação e a adesão ao tratamento com sulfato ferroso (60 mg de Fe elementar, administrado em doses diárias e semanais, em uma comunidade de baixa renda do Recife-PE. Após 12 semanas de tratamento, 150 mulheres chegaram ao final do ensaio, sendo 79 do esquema semanal e 71 do diário. As médias de Hb antes do tratamento foram, respectivamente, 10,52 g/dl (DP = 1,13 e 10,72 g/dl (DP = 0,92 para o esquema alternativo e convencional. Após a intervenção, as médias de Hb alcançaram 11,83 g/dl (DP = 0,97 no esquema semanal e 11,62 g/dl (DP = 1,39 no diário. Não houve significância estatística (p = 0,22 entre as diferenças de médias nos dois esquemas terapêuticos, embora o percentual de cura (48,1% tenha sido maior no tratamento semanal, quando comparado ao diário (36,6%. Conclui-se que o esquema de tratamento semanal teve a mesma eficácia do diário. A aceitação ao tratamento no primeiro mês foi melhor no esquema semanal, não havendo, entretanto, diferenças nos dois meses subseqüentes.

  14. Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Daniele Tavares

    2012-10-01

    Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73 times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96 times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI. Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73 em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96 àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um n

  15. Violência doméstica: análise das lesões em mulheres Domestic violence: an analysis of injuries in female victims

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cléa Adas Saliba Garbin

    2006-12-01

    Full Text Available Este estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de lesões de cabeça e pescoço em mulheres, frente aos inquéritos policiais registrados como lesão corporal e maus-tratos na Delegacia de Defesa da Mulher de Araçatuba, São Paulo, Brasil, no ano de 2002. Foram totalizados 204 inquéritos policiais no ano de 2002, e destes extraídos 33 laudos periciais referentes aos crimes de lesões corporais e maus-tratos em mulheres. Analisou-se nos laudos médicos da perícia, aspectos relativos à idade das vítimas e local das lesões por elas apresentadas na ocasião do exame. Os resultados encontrados revelam que as agressões ocorrem em faixas etárias diversas, com predominância na infância e adolescência. Além disso, ocorreu a maior prevalência de lesões na região da cabeça e pescoço, área de atuação do cirurgião-dentista que necessita estar preparado para atender, entre outros, o paciente vítima de violência.This study aimed to evaluate the prevalence of head and neck injuries in females based on complaints registered as bodily harm or cruel and unusual punishment at the Women's Defense Precinct in Araçatuba, São Paulo State, Brazil, in 2002. A total of 204 police inquiries were conducted in 2002, resulting in 33 police reports of bodily harm and cruel and unusual punishment to females. The police reports were examined as to victim's age and site of injury. The results showed that injuries are inflicted on various age brackets, with a higher prevalence in children and adolescents. In addition, the highest prevalence of injuries was in the head and neck, encompassing the area where dentists work and where they should be prepared to treat victims of such violence.

  16. Fatores psicossociais e a infecção por HIV em mulheres, Maringá, PR Psychosocial aspects of HIV infection among women in Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rozilda Neves Alves

    2002-08-01

    Full Text Available OBJETIVO: Analisar a percepção do risco de infecção em mulheres infectadas pelo HIV, antes de elas receberem o resultado positivo para essa patologia. MÉTODOS: Estudo exploratório com entrevistas em profundidade em amostra de conveniência constituída de 26 mulheres que freqüentavam o ambulatório de um centro regional de saúde em Maringá, PR. A entrevista foi semidirigida com um roteiro de perguntas fechadas e abertas sobre características sociodemográficos, conhecimento sobre prevenção primária e secundária, percepção de risco antes do teste positivo para HIV, impacto do resultado em suas vidas -- inclusive a sexual -- depois de saberem ser portadoras do vírus. Os resultados foram analisados pela metodologia de análise de conteúdo. RESULTADOS: Apesar de ter consciência de que essa doença pode atingir qualquer um, nenhuma das 26 mulheres estudadas acreditava estar infectada pelo HIV/Aids. Os mecanismos psicológicos, "negação", "evitação", "onipotência do pensamento" e "projeção" foram os que puderam ser identificados como aqueles que as mulheres mais utilizaram para lidar com as dificuldades e as ansiedades decorrentes da percepção de risco e das normas e relações de gêneros hegemônicas presentes na cultura brasileira. Verificou-se que, se o uso desses mecanismos alivia a angústia, por outro lado aumenta a vulnerabilidade das mulheres. Elas se sentem incapazes de atuar, e muitas mantêm relações sexuais desprotegidas com os parceiros, expondo-se à gravidez indesejada e à reinfecção. CONCLUSÕES: Os programas de prevenção do HIV devem considerar também aspectos psicológicos, socioeconômicos e culturais que interferem na vulnerabilidade das mulheres, antes e depois da infecção. Para haver maior alcance de suas ações, os programas devem ir além da distribuição massiva de informações e usar abordagens psicoeducativas em pequenos grupos que estimulem a conscientização das mulheres para al

  17. Avaliação dos teores de fibra alimentar e de beta-glicanas em cultivares de aveia (Avena sativa L Evaluation of dietary fiber and beta-glucan levels in oat (Avena sativa L cultivars

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luiz C. GUTKOSKI

    1999-12-01

    Full Text Available A fibra alimentar é composta por celulose, hemiceluloses, gomas, pectinas e mucilagens sendo classificada em solúvel e insolúvel, quanto a sua solubilidade em água. As beta-glicanas são componentes da fibra alimentar solúvel presentes na aveia e sua importância é devido às propriedades funcionais e aos efeitos hipocolesterolêmicos e hipoglicêmicos apresentados. O presente trabalho tem como objetivo avaliar os teores de fibra alimentar solúvel, insolúvel e total e de beta-glicanas de cultivares de aveia recomendados pela Comissão Brasileira de Pesquisa de Aveia. Grãos de aveia (Avena sativa, L foram descascados, as cariopses moídas e as amostras acondicionadas e armazenadas à temperatura de -20° C. Para a análise de fibra alimentar foi adotada a metodologia da AOAC (1997. Entre os cultivares analisados, UPF 7, UPF 13, UPF 14 e UPF 16 apresentaram os maiores teores de fibra alimentar insolúvel. Os maiores teores de fibra alimentar solúvel foram verificados nos cultivares UFRGS 7, CTC 13, UPF 16 e CTC 2. O cultivar UPF 16 apresentou o maior teor de fibra alimentar total, seguido de UFRGS 7, CTC 13 e UFRGS 18. Para a determinação de beta-glicanas foi adotada a metodologia da AOAC (1997. Os maiores teores de beta-glicanas foram verificados nos cultivares UFRGS 7, UPF 14 e UFRGS 18.The dietary fiber is composed by cellulose, hemi-celluloses, gums, pectins, and mucilages, being classified as soluble or insoluble depending on its solubility in water. Beta-glucans are a fraction of the soluble dietary fiber, being important due to its functional properties and effects in reducing cholesterol and glucose. This work aimed at evaluating the levels of soluble, insoluble, and total dietary fiber, as well as the amount of beta-glucans, present in grains of oat cultivars recommended by the Brazilian Commission for Oat Research. Oat grains were hulled, the caryopses were ground and the samples packaged and stored at temperature of -20º

  18. Consumo alimentar de vitaminas e minerais em adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Brasil Vitamin and mineral intake of adults resident in an area of metropolitan S. Paulo, Brazil

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Gustavo Velásquez-Meléndez

    1997-04-01

    Full Text Available OBJETIVO: Propôs-se calcular a composição quantitativa e a densidade nutricional de vitaminas e sais minerais da dieta habitual, em relação ao sexo e idade, em população de adultos residentes no Município de Cotia, Estado de São Paulo, SP, Brasil. MATERIAL E MÉTODO: Foi realizado inquérito através do histórico alimentar em população de adultos residentes em área metropolitana de São Paulo, Município de Cotia. A partir de uma subamostra de 548 indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 88 anos. Foi calculado o consumo de nutrientes da dieta habitual. As porções consumidas, obtidas em medidas caseiras, foram convertidas em gramas de alimentos para o cálculo da concentração de nutrientes. RESULTADOS E CONCLUSÕES: a O consumo de tiamina, riboflavina, niacina, cálcio e ferro foi maior em indivíduos do sexo masculino (p OBJECTIVE: The objective of the study is to quantify mineral and vitamin concentration in habitual diet of adults of between 20 and 88 years of age. A dietary survey was carried out between 1990-1991 as a part of the cross-sectional study: `'Atherosclerotic cardiovascular disease, lipemic disorders, hypertension, obesity and diabetes mellitus in a population of the metropolitan area of S. Paulo, Brazil". MATERIAL AND METHOD: The vitamin and mineral intake was examined in relation to age and sex using dietary intake based on the diet history method. Data were obtained from a sub-sample of 548 individuals. RESULTS AND CONCLUSION: In general, it was observed that the respective intakes of thiamin, riboflavin, niacin, calcium and iron were more concentrated in the men's diet than in that of the women (p < 0.001. There are no statistical differences in the intake of vitamin A and vitamin C by sex. Elderly persons presented a lower intake of vitamins and minerals than did younger people. The intake of vitamin C had no association with age. This cross-sectional study showed that the habitual diet of the

  19. Auto-regulação e perturbação alimentar em indivíduos submetidos a sleeve gástrico

    OpenAIRE

    Madeira, Ana Teresa Pinto Santos Nunes, 1987-

    2012-01-01

    Tese de mestrado, Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2013 Introdução: Embora a cirurgia bariátrica seja reconhecida como o tratamento mais eficaz para a obesidade mórbida, pouco se sabe sobre a forma como se associa ao funcionamento psicossocial dos doentes intervencionados, nomeadamente ao nível do comportamento alimentar e dos processos motivacionais, mais especificamente, de auto-regulação comportamental. Pretendeu-se caracteriz...

  20. Corantes alimentares presentes em alimentos ultraprocessados consumidos por universitários / Food dyes present in ultra-processed foods consumed by university students

    OpenAIRE

    Dayana Nolasco Gama; Maria Lúcia Teixeira Polônio

    2018-01-01

    Objetivo: Descrever os corantes alimentares presentes nos alimentos ultraprocessados consumidos por 273 graduandos de uma universidade pública do Rio de Janeiro. Métodos: Foi caracterizado o perfil sociodemográfico e de saúde a partir de questionário semiestruturado. Consumo de alimentos ultraprocessados foi obtido através do Questionário de Frequência Alimentar (gelatinas, biscoitos recheados, balas e chicletes, refrigerantes, preparados sólidos para refresco, sucos industrializados, tempero...

  1. Riqueza de Famílias e Hábitos Alimentares em Coleoptera Capturados na Fazenda da EMPARN– Jiqui, Parnamirim / RN

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Rodrigo Lucas de Lima

    2010-04-01

    Full Text Available Os Coleópteros podem ser encontrados nos mais variados habitats terrestres e até aquáticos, com isso se alimentam de toda a sorte de matéria vegetais e animais encontradas pelo mundo. Com tanta diversidade, para se compreender melhor sua biologia e seus hábitos alimentares eles foram categorizados em cinco grupos tróficos: carnívoros, detritívoros, herbívoros, fungívoros e algívoros. Visando identificar as famílias e os hábitos alimentares em Coleoptera adultos, foram realizadas coletas na fazenda da EMPARN–Jiqui (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, em quatro áreas, sendo um Fragmento de Mata Atlântica e três monoculturas: cajueiro anão precoce, coqueiro anão verde e coqueiro híbrido gigante. O tempo foi de 26 semanas consecutivas de 1º de janeiro a 1º julho de 2005. Foi utilizada para a captura dos Coleoptera em cada área uma armadilha do tipo Malaise, na qual foram colecionados 1544 indivíduos de trinta famílias nas quatro áreas amostradas, assim distribuídos: fragmento de mata com maior número de insetos e famílias respectivamente, 692 indivíduos e 28 famílias, seguida pelo coqueiro híbrido gigante com 533 indivíduos e 20 famílias, cajueiro anão precoce com 184 indivíduos e 15 famílias e por último o coqueiro anão verde com apenas 135 indivíduos e 18 famílias. Enquanto que entre os cinco grupos tróficos, quatro foram encontrados: herbívoros, compreendendo 14 famílias; carnívoros, com 9 famílias; detritívoros, 5 famílias; e fungívoros, com apenas 4 famílias; onde as cinco famílias mais numerosas são herbívoras e juntas representam 64% de todos os coleópteros amostrados, e o remanescente de mata tem o maior numero de famílias herbívoras. Com isso o Fragmento de mata demonstra ter uma grande diversidade de entomofauna, sendo um mantenedor e distribuidor mesmo cercado por monoculturas.Wealth of Families and Alimentary Habits in Beetles Captured in the Farm of EMPARN

  2. Cuidado às mulheres em situação de violência conjugal: importância do psicólogo na Estratégia de Saúde da Família

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Nadirlene Pereira Gomes

    2014-04-01

    Full Text Available A violência conjugal compromete a saúde mental das mulheres, estando associada à baixa autoestima e depressão. No fomento de ações para enfrentamento desse agravo, destaca-se a atuação dos psicólogos. Objetivou-se compreender o significado do apoio psicológico à mulher em situação de violência conjugal, no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Foram realizadas entrevistas com 52 profissionais que atuam em unidades de saúde em Santa Catarina, Brasil. A coleta e análise de dados basearam-se na Teoria Fundamentada nos Dados. Os profissionais de saúde significam que as mulheres em vivência de violência conjugal necessitam de apoio psicológico e as referenciam para o psicólogo, por considerá-los mais bem preparados para o empoderamento da mulher no sentido de romper com a situação de violência. Todavia, queixam-se do número limitado de psicólogos, considerando a demanda na comunidade. Sinaliza-se para a necessidade de repensar as ações em saúde no âmbito da Atenção Primária à Saúde, a partir da integração e articulação intersetorial a fim de que seja assegurado às mulheres o apoio psicológico necessário para o enfrentamento da violência conjugal.

  3. Retenção da capacidade funcional em mulheres idosas após a cessação de um programa de treino multicomponente: estudo longitudinal de 3 anos

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Luis Filipe Leitão

    2015-12-01

    Full Text Available A atividade física proporciona benefícios para a saúde e qualidade de vida de mulheres idosas. Ainda são escassos os estudos longitudinais em mulheres idosas com duração superior a um ano de prática de exercício físico. Assim o objetivo do estudo foi analisar os efeitos de três anos de treino multicomponente na capacidade funcional de mulheres idosas. Métodos: 51 mulheres (66.7±5.30 anos e 159±0.11cm participaram ao longo de três anos num programa constituído por períodos de nove meses de treino multicomponente seguidos de três meses de destreino. As avaliações decorreram no início/fim de cada período de treino e destreino. Resultados: No 1º, 2º e 3º ano verificaram-se aumentos estatisticamente significativos em todos os parâmetros da capacidade funcional (p<0.05. No entanto, o 2º ano revelou ser o período de treino onde observamos os maiores aumentos nos testes T6M (7.43%, SA (383.33%, AC (40.33%, FA (13.05% e LS (12.5% (p<0.05. Os testes T6M, LS, FA, AC, SA melhoraram entre 4.17% a 576.60% em todos os períodos de treino e diminuíram entre 3.21% a 85.31% em todos os períodos de destreino. Conclusões: Três anos de treino multicomponente contribuíram para a melhoria da capacidade funcional em mulheres idosas, principalmente no 2º ano de intervenção.

  4. ESTUDO DO EMPODERAMENTO NA PERSPECTIVA DAS MULHERES

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Karoline Brasil de Oliveira

    2015-12-01

    Full Text Available Este trabalho objetivou conhecer como as mulheres que ocupam cargos de liderança, utilizam o empoderamento no exercício profissional em uma instituição de ensino e tecnologia em Criciúma, Santa Catarina, Brasil. Na revisão da literatura foram contextualizados a mulher e sua inserção no mercado de trabalho, em busca de uma concepção de empoderamento e as dimensões do empoderamento da mulher no mercado de trabalho. A metodologia utilizada teve caráter descritivo e qualitativo. O instrumento de coleta de dados consistiu num roteiro com 16 questões que abordaram o bem-estar e sucesso profissional, o reconhecimento familiar, o processo de ascensão profissional e a participação das mulheres nos processos decisórios organizacionais. A pesquisa foi realizada com 10 mulheres que ocupavam cargos de chefia em diferentes setores da instituição em análise. Os resultados obtidos na pesquisa revelaram que as entrevistadas já demonstram expressões de empoderamento em seus cotidianos e a mulher se apresenta mais confiante e preparada para participar das tomadas de decisões em níveis hierárquicos maiores, além de interferir no próprio meio.

  5. Vulnerabilidade de mulheres em união heterossexual estável à infecção pelo HIV/Aids: estudo de representações sociais

    OpenAIRE

    Larissa Silva Abreu Rodrigues; Mirian Santos Paiva; Jeane Freitas de Oliveira; Sheva Maia da Nóbrega

    2012-01-01

    O artigo discute as representações sociais de mulheres em união heterossexual estável no que diz respeito à vulnerabilidade à infecção pelo HIV/AIDS. Os dados foram produzidos pela associação livre de palavras e constituem recorte de uma pesquisa fundamentada na Teoria das Representações Sociais desenvolvida com mulheres soronegativas para o HIV, da capital e interior da Bahia. A análise fatorial de correspondência revelou significância para as variáveis: procedência, escolaridade e tempo de ...

  6. Opinião das mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos Women's opinions on circumstances under which hospitals should perform abortions

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Maria José Duarte Osis

    1994-09-01

    Full Text Available Pouco se sabe a respeito da opinião que as mulheres brasileiras têm acerca do aborto provocado. Em um estudo realizado na região de Campinas, se quis conhecer, entre outras coisas, o que pensavam as mulheres sobre as circunstâncias em que os hospitais deveriam fazer abortos. Foram entrevistadas 1838 mulheres em idade fértil e que tinham engravidado pelo menos uma vez. Para saber se existiam algumas características das mulheres associadas à sua opinião, foi feita uma análise univariada, seguida por uma multivariada por regressão logística. As mulheres solteiras e as que haviam tido pelo menos um aborto provocado foram as que tiveram opinião mais favorável à realização de abortos pelos hospitais em todas as circunstâncias perguntadas. As circunstâncias de estupro, risco de vida para a mulher e malformação fetal foram as que tiveram maior acordo. A proporção de mulheres que se manifestaram favoráveis foi menor no caso de aborto por razões que trazem conseqüências à mulher mas não podem ser observadas direta e objetivamente por outras pessoas.Little is known about the opinion of Brazilian women on induced abortion. One objective of a study carried out in the region of Campinas, São Paulo State, was to learn whether women agreed as to specific circumstances under which hospitals should provide abortions. A total of 1838 women of childbearing age and who had been pregnant at least once were interviewed. Single women and those who had had at least one induced abortion were the ones who most agreed with hospitals performing abortions under the circumstances presented. The circumstances most accepted were rape, the woman's life being at risk, and fetal malformation. A smaller percentage of women were in favor of abortion when the reasons affected the woman but could not be observed in a direct and objective way by others.

  7. Histórias de empoderamento: um estudo sobre o processo vivenciado por mulheres que ocupam cargos de alto escalão na administração pública e de empresas em Belo Horizonte

    OpenAIRE

    Gizelle de Souza Mageste

    2008-01-01

    Essa pesquisa teve como objetivo compreender o processo de empoderamento de mulheres que ocupam cargos de alto escalão na administração pública e de empresa em Belo Horizonte. Por meio de entrevistas de história de vida foram investigadas as experiências vivenciadas pelas mulheres entrevistadas buscando compreender o processo por elas empreendido na busca de maior autonomia e empoderamento. A análise dos resultados revelou que o processo de empoderamento é muito complexo e vai muito além d...

  8. Epidemiologia da menopausa e dos sintomas climatéricos em mulheres de uma região metropolitana no sudeste do Brasil: inquérito populacional domiciliar

    OpenAIRE

    Lui Filho, Jeffrey Frederico; Baccaro, Luiz Francisco Cintra; Fernandes, Tatiane; Conde, Délio Marques; Costa-Paiva, Lúcia; Pinto Neto, Aarão Mendes

    2015-01-01

    OBJETIVOS: Avaliar a idade da menopausa e os fatores associados aos sintomas menopausais em mulheres de uma região metropolitana do sudeste do Brasil.MÉTODOS: Um estudo exploratório de corte-transversal foi realizado com 749 mulheres entre 45 e 60 anos (pesquisa de base populacional). A variável dependente foi a intensidade dos sintomas menopausais avaliada através do escore total do questionário Menopause Rating Scale (MRS). As variáveis independentes foram características sociodemográficas,...

  9. Efeitos da prática de exercício físico nas dimensões físicas e psicológicas em mulheres brasileiras: perspectivas transversais e longitudinais

    OpenAIRE

    Mendonça, Rosa Maria Soares Costa de

    2015-01-01

    Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto O presente estudo teve como objetivo central, analisar os efeitos da prática de diferentes tipos de exercício físico (treino de força, dança e hidroginástica) nas dimensões físicas e psicológicas de mulheres brasileiras durante 16 semanas. Desenvolveu-se quatro estudos entre 2011 – 2013. O primeiro e único, de natureza transversal, constituiu-se de uma amostra de 66 mulheres ativas e sedentárias com idades entre 18-56 anos. A amostra...

  10. Lesões craniofaciais em mulheres vítimas de violência doméstica e familiar : registros do Departamento Médico Legal de Vitória (ES), entre 2004 e 2008

    OpenAIRE

    Talita Lima de Castro

    2011-01-01

    Resumo: A violência contra a mulher é considerada um problema de saúde pública, causando impacto na qualidade de vida pelas lesões físicas, psíquicas e morais que acarreta. Com o intuito de coibir a violência doméstica e familiar, foi promulgada em 2006 a Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha. Diante da necessidade de quantificar e caracterizar o problema da violência contra a mulher, o presente trabalho buscou analisar a quantidade de casos antes e após a referida Lei, investigar os ...

  11. Mudança nos parâmetros antropométricos: a influência de um programa de intervenção nutricional e exercício físico em mulheres adultas

    OpenAIRE

    Costa,Priscila Ribas de Farias; Assis,Ana Marlúcia Oliveira; Silva,Maria da Conceição Monteiro da; Santana,Mônica Leila Portela de; Dias,Jacqueline Costa; Pinheiro,Sandra Maria Conceição; Santos,Nedja Silva

    2009-01-01

    A obesidade apresenta ocorrência crescente em todo o mundo, sendo alimentação inadequada e sedentarismo seus importantes fatores de risco. O objetivo foi avaliar a influência de um programa de intervenção nutricional e exercício físico sobre o índice de massa corporal (IMC) e circunferência da cintura (CC) de mulheres adultas. Trata-se de um estudo quasi-experimental, duração de 12 meses, participando 69 mulheres adultas, submetidas à atividade física três vezes na semana, orientação nutricio...

  12. Prolactina e seus excessos em mulheres não-gestantes - doi: 10.5102/ucs.v3i1.548

    Directory of Open Access Journals (Sweden)

    Cristiane Maria Villar Silva

    2008-04-01

    Full Text Available A prolactina é um hormônio produzido pela hipófise, responsável por processos fisiológicos relacionados à reprodução, cuja principal função é a manutenção da lactação. Sua secreção é regulada por mecanismos hormonais e não-hormonais. Existem patologias relacionadas com o excesso de prolactina circulante. São as denominadas hiperprolactinemias e os prolactinomas de causas fisiológicas, farmacológic