WorldWideScience
 
 
1

Biopsia hepática endoscópica transvaginal em cadelas/ Endoscopic transvaginal liver biopsy in bitches  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Esse trabalho teve o objetivo de propor uma técnica de biopsia hepática endoscópica transvaginal em cadelas, evitando-se o acesso através da parede abdominal, técnica essa internacionalmente conhecida por NOTES (natural orifice transluminal endoscopic surgery). Para tanto, foram utilizadas sete cadelas, as quais foram submetidas a dois procedimentos. O primeiro constou de biopsia hepática pela técnica proposta. Para isso, realizou-se a incisão vaginal após exteri (more) orização através da vulva. Pela ferida vaginal foi introduzido um endoscópio flexível de 11mm de diâmetro com dois canais de trabalho. Este foi empregado na obtenção das amostras hepáticas. O segundo procedimento foi de avaliação laparoscópica aos 53 dias após a biopsia. As variáveis analisadas para a verificação de viabilidade, segurança e qualidade dessa técnica foram: as dificuldades técnicas, as complicações cirúrgicas, o tempo operatório, a qualidade do material coletado, a formação de aderências vaginais e as alterações bioquímicas hepáticas. Conclui-se que a biópsia hepática por NOTES flexível transvaginal é viável em cães, pois permite a obtenção de fragmentos apropriados para o exame histológico sem ocasionar alterações significativas dos parâmetros de avaliação hepática e formação de aderências intraperitoneais. Abstract in english A technique of hepatic biopsy by transvaginal approach (NOTES - Natural Orifice Transluminal Endoscopic Surgery) is proposed. Seven dogs were used, and the experiment was divided into two stages including the liver biopsy and the evaluation of laparoscopic abdominal conditions after biopsy (53 days after). The animals were submitted to vaginal incision after exposition through the vulva. Through the vaginal incision was introduced a flexible endoscope of 11mm with two wor (more) king channels, was introduced through the vaginal incision and used to obtain liver samples. The variables analyzed to verify the feasibility of the proposed biopsy were: operative time, surgical complications, technical difficulties, the quality of sample collected, the formation of vaginal adhesions and their characteristics and the biochemical condition of the liver. In conclusion, the liver biopsy by endoscopic transvaginal access is feasible in dogs. It permits to take appropriated hepatic samples for histological studies without changinghepatic parameters and intraperitoneal adhesions.

Souza, Leonardo Alves Coutinho; Brun, Maurício Veloso; Basso, Paula Cristina; Müller, Daniel Curvello de Mendonça; Feranti, João Pedro Scussel; Santos, Fabiane Reginatto dos; Oliveira, Marília Teresa de; Colomé, Lucas Marques; Dutra, Luciana Hermes

2012-02-01

2

Complicações maternas associadas ao tipo de parto em hospital universitário  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Analisar as complicações maternas associadas ao tipo de parto e comparar o parto cesáreo com o via vaginal. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 1.748 partos realizados em hospital universitário de São Paulo no período de abril a dezembro de 2001, cujos recém-nascidos apresentaram peso superior a 500 gramas. Foram analisadas as complicações maternas ocorridas durante o parto e as diagnosticadas durante o puerpério, necessitando de nova internação da paciente. Para análise estatística, foram utilizados o teste t de Student e o teste Exato de Fisher. Adotou-se como nível de significância o valor de 0,05. RESULTADOS: O parto cesáreo foi realizado em 988 pacientes (56,5%) e o por via vaginal em 760 (43,5%). As complicações hemorrágicas ocorreram em 1,2% dos casos de cesárea e em 0,8% dos casos de parto via vaginal, sem diferença significativa entre esses grupos. A endometrite ocorreu em 0,4% dos casos de cesárea e em 0,1% dos partos por via vaginal, não sendo observada diferença significativa. Dois casos de infecção puerperal evoluíram para histerectomia no grupo cujo parto foi cesáreo. Não foi observado nenhum caso de óbito materno relacionado à cesárea. CONCLUSÕES: Não foram constatadas associações entre as complicações maternas e o tipo de parto no período analisado.

Nomura Roseli Mieko Yamamoto; Alves Eliane Aparecida; Zugaib Marcelo

2004-01-01

3

Intervalo de partos em rebanho Nelore na Amazônia Oriental  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O estudo foi conduzido para avaliar intervalo de partos (IDP) na raça Nelore, utilizando 578 dados de intervalo de partos de animais criados em regime de pasto, no período de 1988 a 1996. Para as análises estatísticas dos dados, foi usado o Programa SAS (Statistical Analysis System). Foram incluídos no modelo o efeito aleatório do pai da vaca, os efeitos fixos de grupo genético da cria anterior, de ano do parto anterior e do mês do parto anterior e as interações entre grupo genético anterior e mês do parto anterior, grupo genético anterior e ano do parto anterior, além da idade da vaca ao parto como covariável. O IDP foi influenciado pelo pai da vaca e pelo ano do parto anterior. A média estimada por quadrado mínimo e seu respectivo erro-padrão (EP) e coeficiente de variação (CV) foram 431,83 ± 142,76 dias e 33,06%, respectivamente. O intervalo de partos, além do efeito de pai, sofreu influência de ambiente. O desempenho reprodutivo do rebanho estudado, para as condições de clima tropical, pode ser considerado como satisfatório, estando de acordo com os parâmetros obtidos por outros autores em diferentes regiões.

Cavalcante Francisco Aloísio; Martins Filho Raimundo; Campello Claudio Cabral; Lobo Raimundo Nonato Braga; Martins Gabrimar Araujo

2000-01-01

4

Violência consentida: mulheres em trabalho de parto e parto Consented violence: women in labor and delivery  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O parto é um evento que integra a vivência reprodutiva da mulher e seu parceiro. Os profissionais de saúde são coadjuvantes dessa vivência, desempenhando um importante papel ao colocar seu conhecimento a serviço do bem-estar da mulher e do bebê, ajudando-os no processo de parturição e nascimento de forma saudável, humana e humanizadora. Este trabalho traz uma secção da tese de doutorado de uma das autoras, com o objetivo de denunciar como se dá a assistência em muitas das instituições de saúde, e que revela como várias das circunstâncias a que a mulher está sujeita no processo de parturição se caracterizam por ações de não cuidado e/ou como desumanização. Nesse recorte destacou-se os depoimentos de parturientes que evidenciaram o não cuidado e/ou a desumanização da assistência à mulher em trabalho de parto e parto. Os relatos evidenciaram um tipo especial de violência de gênero na área da saúde, uma violência consentida, conforme opinião das autoras, que ocorre com mulheres em trabalho de parto e parto.Delivery is an event that is part of the reproductive experience of a woman and her partner. Health professionals play an important role in that experience by putting their knowledge in the service of the woman's and her baby's welfare and helping them in the childbirth process in a healthy as well as humanized manner. The present study is a section of the doctoral dissertation of one of the authors and the objective was to reveal how assistance is provided at some health institutions. Several circumstances to which the woman in labor is subject are characterized by actions that were considered as non-care and/or dehumanization. This section of the dissertation shows a special type of gender violence in the health area, a consented violence, according to the authors' opinion, which occurs with women in labor and delivery.

Leila Regina Wolff; Vera Regina Waldow

2008-01-01

5

Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis neonatais imediatas como o estado do líquido amniótico e os índices de Apgar, assim como a evolução neonatal nos primeiros dias de vida. Para análise estatística foram utilizados os testes c², exato de Fisher e t de Student para comparação de médias e considerada significativa a diferença correspondente a p<0,05. RESULTADOS: as indicações para uso do fórcipe Simpson-Braun foram: alívio materno-fetal (90 casos) e abreviação de período expulsivo (29 casos). Nas pacientes atendidas com fórcipe Simpson-Braun houve 8 casos de laceração de canal de parto (6,7%), valor semelhante ao observado no grupo de parto vaginal espontâneo. As médias de dias de internação das puérperas e neonatos foram idênticas (2,4). Os dois grupos foram semelhantes quanto aos índices de Apgar menores que 7 no primeiro (7,5 e 4,3%) e quinto minuto (1,6 e 1,7%) e quanto ao peso dos recém-nascidos (3.146 e 3.016 g). A evolução neonatal foi semelhante nos dois grupos. CONCLUSÃO: o uso do fórcipe de Simpson-Braun mostrou-se seguro, quando comparado ao parto vaginal espontâneo.

Pereira Belmiro Gonçalves; Camargo Michel Gardere; Couto Egle Cristina; Amaral Eliana; Passini Jr Renato; Parpinelli Mary Angela

2004-01-01

6

Evisceración transvaginal Transvaginal evisceration  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Se presenta una paciente de 55 años de edad que acude al cuerpo de guardia del Hospital General Docente "Dr. Carlos J. Finlay" con una evisceración transvaginal con compromiso vascular. Se realizó una hemicolectomía derecha urgente con cierre intraperitoneal de la cúpula vaginal, fue egresada a los 8 días con estado de salud satisfactorio.This is the case of a female patient aged 55 seen in tht Emergency Room of "Dr. Carlos J. Finlay" Teaching General Hospital presenting with transvaginal evisceration and vascular involvement. A urgent right hemicolectomy was performed with intraperitoneal closure of vaginal cupula being discharged at 8 days with a satisfactory health condition.

Enia Ramón Musibay; René Borges Sandrino

2010-01-01

7

Evisceración transvaginal/ Transvaginal evisceration  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in spanish Se presenta una paciente de 55 años de edad que acude al cuerpo de guardia del Hospital General Docente "Dr. Carlos J. Finlay" con una evisceración transvaginal con compromiso vascular. Se realizó una hemicolectomía derecha urgente con cierre intraperitoneal de la cúpula vaginal, fue egresada a los 8 días con estado de salud satisfactorio. Abstract in english This is the case of a female patient aged 55 seen in tht Emergency Room of "Dr. Carlos J. Finlay" Teaching General Hospital presenting with transvaginal evisceration and vascular involvement. A urgent right hemicolectomy was performed with intraperitoneal closure of vaginal cupula being discharged at 8 days with a satisfactory health condition.

Ramón Musibay, Enia; Borges Sandrino, René

2010-12-01

8

Caracterização das cesarianas em centro de parto normal Caracterización de las cesáreas en centro de parto normal Cesarean sections in a birth center  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Estimar a prevalência de cesarianas em um centro de parto normal intra-hospitalar e identificar fatores associados. MÉTODOS: Estudo transversal com análise de prontuários de 2.441 partos assistidos em março e abril de 2005 em um centro de parto normal intra-hospitalar de São Paulo, SP. A variável dependente (tipo de parto) foi classificada como parto normal e operação cesariana. As variáveis independentes foram categorizadas em quatro grupos: demográficas; história obstétrica pregressa e atual; assistência intraparto; e resultados perinatais. A razão de prevalência e o intervalo de 95% de confiança (IC95%) foram calculados para identificar associação entre tipo de parto e variáveis maternas e do recém-nascido. RESULTADOS: Do total de partos, 14,9% foram operações cesarianas. Ter sido submetida a cesariana na gestação atual esteve associado a cesariana em gestação anterior (RP = 3,19; IC95%: 2,64;3,84), idade gestacional > 40 semanas (RP = 1,32; IC95%: 1,09;1,61), ser admitida com cervicodilatação até 4 cm (RP = 3,22; IC95%: 2,31;4,50), líquido amniótico meconial (RP = 2,5; IC95%: 2,05;3,06). Quanto ao recém-nascido, a cesariana associou-se a peso > 4kg (RP = 1,86; IC95%: 1,29;2,66). Entre as mulheres com cesariana em gestação anterior, ter também parto normal prévio foi fator de proteção para cesariana na gestação atual (RP = 0,46; IC95% 0,30;0,71). Fatores relacionados à condição fetal, como estresse fetal, líquido amniótico meconial, apresentação pélvica e macrossomia corresponderam a 47,8% (175) das indicações para a realização da cesariana; condições ligadas ao mecanismo do parto, como parada de progressão, distócia funcional e distócia de rotação totalizaram 31,3% (115) das indicações. CONCLUSÕES: A prevalência de cesariana mostrou-se dentro dos limites propostos pela Organização Mundial da Saúde. Mulheres com cesariana em gestação anterior, admitidas com até 4 cm de dilatação, idade gestacional > 40 semanas, com líquido amniótico meconial e recém-nascido > 4 kg tiveram maior risco para cesariana.OBJETIVO: Estimar la prevalencia de cesáreas en un centro de parto normal intra-hospitalario e identificar factores asociados. MÉTODOS: Estudio transversal con análisis de prontuarios de los 2.441 partos asistidos en marzo y abril de 2005 en Centro de Parto Normal de Sao Paulo, Sureste de Brasil. La variable dependiente (tipo de parto) fue clasificada como parto normal y operación cesárea. Las variables independientes fueron categorizadas en cuatro grupos: demográficas; historia obstétrica anterior y actual; asistencia intraparto; y resultados prenatales. La tasa de prevalencia y el intervalo con 95% de confianza (IC95%) fueron calculados para identificar asociación entre tipo de parto y variables maternas y del recién nacido. RESULTADOS: Del total de partos, 14,9% fueron operaciones cesáreas. Haber tenido parto por cesárea en la gestación actual estuvo asociada a cesárea en gestación anterior (RP=3,19; IC95%: 2,64;3,84), edad gestacional >40 semanas (RP=1,32;IC95%: 1,09;1,61), ser admitida con dilatación cervical hasta 4 cm (RP=3,22; IC95%: 2,31;4,50), liquido amniótico meconial (RP=2,5; IC95%: 2,05;3,06). con relación al recién nacido, la cesárea se asoció al peso>4kg (RP=1,86; IC 95%: 1,29;2,66). Entre las mujeres con cesárea en gestación anterior, tener también parto normal previo fue factor de protección para cesárea en la gestación actual (RP=0,46; IC95%: 0,30;0,71). Factores relacionados a la condición fetal, como estrés fetal, liquido amniótico meconial, presentación pélvica y macrosomia correspondieron a 41,8% (175) de las indicaciones para la realización de la cesárea; condiciones ligadas al mecanismo del parto, como parada de progresión, distoccia funcional y distoccia de rotación totalizaron 31,3% (115) de las indicaciones. CONCLUSIONES: La prevalencia de cesárea se mostró dentro de los límites propuestos por la Organización Mundial de la Salud. Mayor riesgo para cesáre

Ruth Hitomi Osava; Flora Maria Barbosa da Silva; Esteban Fernandes Tuesta; Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira; Maria Clara Estanislau do Amaral

2011-01-01

9

Níveis de cálcio sérico em porcas gestantes e em trabalho de parto  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O trabalho propõe estabelecer os níveis séricos de cálcio total, iônico e albumina para porcas gestantes e lactentes e correlacionar esses dados com índices reprodutivos. Foram utilizadas 50 porcas. O sangue foi colhido por venopunção da cava anterior, aos 60 dias de gestação e no parto. As porcas em gestação e as parturientes apresentaram níveis médios de cálcio total de 9,71±1,21 mg/dL e 10,09±2,17 mg/dL, cálcio iônico de 3,78±0,83 mg/dL e 3,28±0,65 mg/dL e albumina de 2,8±0,4 g/dL e 2,9±0,5 g/dL, respectivamente. Observou-se hipocalcemia em 16% das porcas parturientes. A duração média do parto foi de 164 minutos. O intervalo médio de nascimento de leitões foi de 16 minutos e o número de natimortos foi, em média, de 0,88. A calcemia não demonstrou correlação com os índices reprodutivos. Não se observaram diferenças estatísticas entre os níveis de cálcio total, iônico e albumina entre as porcas gestantes e parturientesThe aim of this work is to establish the serum levels of total, ionic and albumin calcium for gestation and lactating sows and to study the correlation between these data and reproductive indices. Fifty sows were used. The blood was taken at 60 days on gestation sows and at the farrowing moment, from the front cava venipuncture. The total, ionic and albumin calcium estimated for gestation and in farrowing sows was 9.71±1.21 mg/dL and 10.09±2.17 mg/dL, 3.78±0.83 mg/dL and 3.28±0.65 mg/dL, 2.8±0.4 g/dL and 2.9±0.5 g/dL, respectively. Hypocalcemia was observed in 16% of in farrowing labor sows. The average time for farrowing was 164 minutes. The average interval of piglets’ birth was 16 minutes and 0.88 was the observed stillbirth number. The correlation between the low levels of calcium and the reproductive indices were not observed. Statistic differences were not observed between the total, ionic and albumin levels of calcium for gestation and in farrowing labor sows

Alciony Andreia da Cunha Alexandre; Geraldo Camilo Alberton; Luiz Alexandre Filho; Rita Maria Venâncio Magrich Rocha

2005-01-01

10

Achados histeroscópicos em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de espessamento endometrial por ultra-sonografia transvaginal  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: correlacionar espessamento endometrial diagnosticado por ultra-sonografia com os achados histeroscópicos, em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com avaliação histeroscópica em 121 mulheres na pós-menopausa, com diagnóstico de espessamento do endométrio por ultra-sonografia transvaginal. Das pacientes incluídas, 23 (19%) recebiam diferentes esquemas de hormonioterapia e 98 não referiam uso de reposição hormnonal.; 55 pacientes queixavam-se de sangramento por via vaginal e as restantes apresentavam-se sem esta condição. Os exames endoscópicos foram realizados ambulatorialmente, utilizando-se histeroscópio rígido de 4 mm. Para a distensão da cavidade uterina empregou-se gás carbônico (CO2). Biópsia foi praticada em todas as pacientes, com auxílio de cureta tipo Novak, de 3 mm, e o material obtido submetido a estudo histopatológico. RESULTADOS: a espessura do endométrio variou entre 6 e 38 mm, com média de 10,7 ± 5,3 mm. Os achados histeroscópicos foram: lesão polipóide, em 51 pacientes (42,1%); endométrio atrófico, em 15 (12,4%); sinéquia senil, em 15 (12,4%); espessamento focal, em 13 (10,7%); lesão cerebróide, em 6 (5,0%); endométrio proliferativo, em 5 (4,1%); muco, em 5 (4,1%); mioma, em 4 (3,3%); endométrio secretor, em 3 (2,5%); hiperplasia endometrial, em 3 (2,5%) e atrofia cística, em 1 (0,8%). Observou-se correlação entre os achados histeroscópicos e os resultados da histopatologia em 30 dos 51 casos de pólipo, em 12 dos 15 de endométrio atrófico e na totalidade dos casos sugestivos de hiperplasia endometrial e de adenocarcinoma. CONCLUSÃO: na maioria das pacientes, o exame histeroscópico revelou que não se tratava de real espessamento endometrial, mas sim de outras variedades de lesão da cavidade uterina.

Campaner Adriana Bittencourt; Piato Sebastião; Ribeiro Paulo Ayrosa Galvão; Aoki Tsutomo; Nadais Ricardo da Fonseca; Prado Roberto Adelino de Almeida

2004-01-01

11

CLINICAL COMPLICATIONS IN NELORE OOCYTE DONERS CAUSED BY VAGINAL ULTRASOUND GUIDED FOLLICULAR ASPIRATION COMPLICAÇÕES CLÍNICAS EM VACAS NELORE DOADORAS DE OÓCITOS DECORRENTES DA ASPIRAÇÃO FOLICULAR TRANSVAGINAL GUIADA POR ULTRA-SOM  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available In the last few years the vaginal ultrasound guided follicular aspiration or OPU (ovum pick up) in bovine oocyte doners has become a very difunded technique. It has been used in females with highly zootechnical valuable. The complications of this technique, despite exceptional, assume great importance and might be of the veterinarian and owner’s knowledge. The purpose of this study is to describe the possible complications of the follicular aspiration considering the Veterinarian Hospital ";Governador Laudo Natel"; of the Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias UNESP-Jaboticabal 2003-2005 casuistic. In a total number of 16 animals was possible to observe peritonitis, absence of labor signals, offspring death and peritonitis, distocic delivery with premature fetus, genital lesions, presence of vaginal wall abnormal masses and ovarian adhesions.KEY WORDS: Clinical complications, follicular aspiratiorn, Nelore cow. Nos últimos anos, a aspiração folicular transvaginal guiada pela ultra-sonografia ou OPU (ovum pick up), em fêmeas bovinas doadoras de oócitos, tem se tornado uma prática muito difundida e vem sendo utilizada na multiplicação de fêmeas de elevado valor zootécnico. As complicações dessa técnica, mesmo que de ocorrência excepcional, assumem grande importância e devem ser de conhecimento do veterinário e, também, do proprietário. O propósito deste trabalho é descrever as possíveis complicações da aspiração folicular, considerando a casuística do Hospital Veterinário Governador Laudo Natel, da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Jaboticabal, durante os anos de 2003 a 2005. Em um total de dezesseis animais recebidos, verificaram-se a presença de peritonite, a ausência de sinais de parto, morte fetal, parto distócico com feto prematuro, lesões de órgãos genitais, aumento de volume na parede da vagina e aderência ovariana.  PALAVRAS-CHAVES: Aspiração folicular, complicações clínicas, cava Nelore.

Renata Gebara Sampaio Dória; Paulo Aléscio Canola; Diogo José Cardilli; Gilson Hélio Toniollo; Francisco Guilherme Leite; César Roberto Esper; Júlio Carlos Canola

2008-01-01

12

Comparação do ultrassom transvaginal e da histeroscopia ambulatorial no diagnóstico das doenças endometriais em mulheres menopausadas/ Comparative study of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy for detection of pathologic endometrial lesions in postmenopausal women  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Comparar a eficácia do ultrassom transvaginal e da histeroscopia diagnóstica ambulatorial no diagnóstico das doenças intrauterinas em mulheres menopausadas. MÉTODOS: Foram selecionadas 243 mulheres menopausadas que se submeteram a uma histeroscopia diagnóstica no ano de 2006. Todas essas mulheres vieram encaminhadas da rede básica de saúde após terem realizado um ultrassom transvaginal para avaliar a cavidade endometrial. RESULTADOS: As mulheres tinham (more) em média 61±9,4 anos e encontravam-se na menopausa em média há 11±8,3 anos. Observamos 6,6% de casos de hiperplasia endometrial e câncer de endométrio. O ultrassom apresentou uma sensibilidade de 95,6%, uma especificidade de 7,4%, um valor preditivo positivo de 53,3% e valor preditivo negativo de 60%, enquanto a histeroscopia apresentou 95,7%; 83%; 82,2% e 95,9%, respectivamente. CONCLUSÃO: A histeroscopia apresentou maior acurácia que o ultrassom no diagnóstico das doenças endometriais. Abstract in english OBJECTIVE: To compare the efficiency of transvaginal sonography and outpatient hysteroscopy in the diagnosis of intrauterine pathology in postmenopausal women. METHODS: Two-hundred and forty-three postmenopausal women were selected. All women had undergone outpatient hysteroscopy in the year 2006. These women were referred from the Basic Healthcare Units in Campinas, where they underwent ultrasonography for the evaluation of the endometrial cavity. RESULTS: The mean age o (more) f these women was 61±9.4 years. These women were menopausal for 11±8.3 years.. We observed 6.6% cases of endometrial hyperplasia and cancer. The ultrasonography had a sensitivy of 95.6%, a specificity of 7.4%, a positive predictive value of 53.3% and a negative predictive value of 60%, while the hysteroscopy had 95.7%, 83%, 82.2% and 95.9% respectively. CONCLUSION: Hysteroscopy was a more accurate method for the detection of intrauterine pathology than ultrasonography.

Yela, Daniela Angerame; Ravacci, Simone Hidalgo; Monteiro, Ilza Maria Urbano; Pereira, Kelly Cristine Hirose Marques; Gabiatti, Jose Roberto Erbolato

2009-01-01

13

Analgesia de parto em paciente portadora de deficiência de proteína S: relato de caso  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Na deficiência de proteína S, uma glicoproteína com atividade anticoagulante, o risco de eventos tromboembólicos está aumentado. O objetivo deste relato é abordar o manuseio anestésico em paciente obstétrica portadora desta deficiência. RELATO DO CASO: Paciente com deficiência de proteína S, com 25 semanas de gestação, apresentou os seguintes resultados de exames: INR = 0,9, TTPA = 32 s (controle 25,6), proteína S = 35% (normal = 70% a 130%). Nos dois últimos trimestres de gravidez, fez uso de até 12000 U de heparina, cada 8 horas. Com 38 semanas, foi internada em trabalho de parto. Decorridas 8 horas da interrupção da heparina, já com TTPA 25,8 s (controle 27,8 s), realizou-se anestesia peridural injetando-se 6 ml de bupivacaína a 0,2% e fentanil (20 µg), seguido de infusão contínua. O tempo de infusão foi de 5 horas com dose total de 40 mg de bupivacaína. Não houve intercorrências e, 1 hora após a retirada do cateter, foi reiniciada heparina, por via subcutânea, 10.000 UI, a cada 12 horas. A mãe e o recém-nascido evoluíram bem, recebendo alta no terceiro dia do pós-parto. CONCLUSÕES: Grávidas com deficiência de proteína S devem receber anticoagulantes com o objetivo de manter o TTPA 2 vezes o valor controle. A heparina, por não atravessar a barreira placentária, é o anticoagulante de eleição em obstetrícia. O bloqueio pode ser realizado respeitando um tempo mínimo entre 4 a 6 horas entre a última dose de heparina e a realização da punção lombar, desde que os exames apresentem parâmetros de normalidade. Entretanto, nestes casos, a analgesia peridural pode auxiliar na profilaxia de eventos tromboembólicos.

Stocche Renato Mestriner; Garcia Luis Vicente; Reis Marlene Paulino dos; Klamt Jyrson Guilherme

2004-01-01

14

TRANSVAGINAL SONOGRAPHY  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objective: (1) To evaluate predictive values of non-invasive transvaginal sonography in abnormal uterine bleeding. (2) Correlate results of transvaginal sonography with hysteroscopy and biopsy in abnormal uterine bleeding. Design: Descriptive study. (Validity study for TVS). Setting: Gyny/Obs Deptt, Military Hospital Rawalpindi. Period: One year - from January 2006 to December 2006. Subjects & Methods: Women of any age presenting with abnormal uterine bleeding. Total number of cases included were two hundred. Patients were evaluated in OPD by taking detailed gynaecological history. Clinical examination was carried out to find any local source of bleeding from genital tract. Pap smear was taken at that time. Transvaginal ultrasound was performed in OPD basis. The results were noted on a pre-designed proforma. Routine investigations were performed on outpatient basis at the time of patient selection which included complete blood picture, urine analysis, random blood sugar, renal function tests and hepatitis B and C screening. Then the patients were admitted for hysteroscopy and histopathology. Hysteroscopic findings were noted on the proforma. Later histopathology report was also entered into proforma. Hysteroscopy and biopsy were considered gold standard in our study. Thus the procedure was considered 100% accurate and sensitivity, specificity, PPV and NPV for TVS were calculated. Results. It was found that at less than 14 mm endometrial thickness no serious pathology was found. Sensitivity, specificity, negative predictive value and positive predictive value for TVS was found as follows; 1.For endometrial hyperplasia 100%, 93%, 100%, 79% respectively. 2. For endometrial polyp 100%, 97%, 100%, 25% respectively. 3. For carcinoma 100%, 99%, 100%, 33% respectively. 4. For proliferative endometrium 79%,100%, 78% and 100%. 5. For secretary phase endometrium 100%,96%.100%,79%respectively. 6.For sub mucus fibroid 100%, 98%, 100%, 60% respectively. Conclusion: .Difference between values of hysteroscopy and TVS is not very significant so TVS should be used as 1st line investigation. At less than 14mm endometrial thickness no major pathology is detected.

ALIYA ISLAM

2009-01-01

15

Intervalo de partos em rebanho Nelore na Amazônia Oriental/ Calving of interval on cattle of Nellore in the Eastern Amazonia  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O estudo foi conduzido para avaliar intervalo de partos (IDP) na raça Nelore, utilizando 578 dados de intervalo de partos de animais criados em regime de pasto, no período de 1988 a 1996. Para as análises estatísticas dos dados, foi usado o Programa SAS (Statistical Analysis System). Foram incluídos no modelo o efeito aleatório do pai da vaca, os efeitos fixos de grupo genético da cria anterior, de ano do parto anterior e do mês do parto anterior e as interações (more) entre grupo genético anterior e mês do parto anterior, grupo genético anterior e ano do parto anterior, além da idade da vaca ao parto como covariável. O IDP foi influenciado pelo pai da vaca e pelo ano do parto anterior. A média estimada por quadrado mínimo e seu respectivo erro-padrão (EP) e coeficiente de variação (CV) foram 431,83 ± 142,76 dias e 33,06%, respectivamente. O intervalo de partos, além do efeito de pai, sofreu influência de ambiente. O desempenho reprodutivo do rebanho estudado, para as condições de clima tropical, pode ser considerado como satisfatório, estando de acordo com os parâmetros obtidos por outros autores em diferentes regiões. Abstract in english A study was conducted to evaluate calving interval (CI) in the Nellore breed, using a total of 578 data of calving interval from animals raised in pasture, from 1988 to 1996. The GLM procedure of the SAS Program was used to analyze the data. The model included the sire of the cow random effect, the fixed effects of genetic group of last calf, of the year and the month of the last calving and the interactions between last genetic group and month of the last calving, geneti (more) c group and year of the last calving, and the age of the cow at calving as covariate. The sire of the cow and last year of calving influenced the IDP. The estimated minimum square mean and its respective error standard (EP) and coefficient of variation (CV) were 431.83 ± 142.76 days and 33.06%, respectively. The environment in addition of the sire of the cow effect, influenced the calving interval. The reproductive performance of the studied herd, for the tropical climate conditions, could be considered as satisfactory, and is in accordance with the parameters obtained by other authors in different regions.

Cavalcante, Francisco Aloísio; Martins Filho, Raimundo; Campello, Claudio Cabral; Lobo, Raimundo Nonato Braga; Martins, Gabrimar Araujo

2000-10-01

16

Intervalo de partos em rebanho Nelore na Amazônia Oriental Calving of interval on cattle of Nellore in the Eastern Amazonia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O estudo foi conduzido para avaliar intervalo de partos (IDP) na raça Nelore, utilizando 578 dados de intervalo de partos de animais criados em regime de pasto, no período de 1988 a 1996. Para as análises estatísticas dos dados, foi usado o Programa SAS (Statistical Analysis System). Foram incluídos no modelo o efeito aleatório do pai da vaca, os efeitos fixos de grupo genético da cria anterior, de ano do parto anterior e do mês do parto anterior e as interações entre grupo genético anterior e mês do parto anterior, grupo genético anterior e ano do parto anterior, além da idade da vaca ao parto como covariável. O IDP foi influenciado pelo pai da vaca e pelo ano do parto anterior. A média estimada por quadrado mínimo e seu respectivo erro-padrão (EP) e coeficiente de variação (CV) foram 431,83 ± 142,76 dias e 33,06%, respectivamente. O intervalo de partos, além do efeito de pai, sofreu influência de ambiente. O desempenho reprodutivo do rebanho estudado, para as condições de clima tropical, pode ser considerado como satisfatório, estando de acordo com os parâmetros obtidos por outros autores em diferentes regiões.A study was conducted to evaluate calving interval (CI) in the Nellore breed, using a total of 578 data of calving interval from animals raised in pasture, from 1988 to 1996. The GLM procedure of the SAS Program was used to analyze the data. The model included the sire of the cow random effect, the fixed effects of genetic group of last calf, of the year and the month of the last calving and the interactions between last genetic group and month of the last calving, genetic group and year of the last calving, and the age of the cow at calving as covariate. The sire of the cow and last year of calving influenced the IDP. The estimated minimum square mean and its respective error standard (EP) and coefficient of variation (CV) were 431.83 ± 142.76 days and 33.06%, respectively. The environment in addition of the sire of the cow effect, influenced the calving interval. The reproductive performance of the studied herd, for the tropical climate conditions, could be considered as satisfactory, and is in accordance with the parameters obtained by other authors in different regions.

Francisco Aloísio Cavalcante; Raimundo Martins Filho; Claudio Cabral Campello; Raimundo Nonato Braga Lobo; Gabrimar Araujo Martins

2000-01-01

17

Rectal temperatures in postpartum cows/ Avaliação da temperatura retal em vacas leiteiras no pós-parto  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available The purpose of this study was to evaluate parturition data with the rectal temperature in the early postpartum period of dairy cows. One hundred and eighty cows were randomly selected between September 1999 and July 2000, in seven dairy farms located in the Northwest region of São Paulo, Brazil. For the first ten days postpartum, rectal temperature (RT) was taken between 5:00 and 8:00 a.m. using an electronic thermometer (M525 - GLA Agricultural Electronics, San Luis Obispo, CA 93401-7500). Cows with RT>39,5°C were enrolled and other signs like calving difficulties, dystocia due to twins, fetal membrane retention, ill appearance, off-feed, milk production and vaginal discharge were recorded. Significant association was observed between vaginal discharge and fever. Considering 180 animals, 26 (14,4%) showed vaginal discharge, among them ten (38,5%) were pyretic, while in cows without vaginal discharge only 27 (17,5%) showed higher rectal temperatures. Difficult parturition and retained membranes also were statistically different, 37 cows (20,6%) presented dystocia, among them eight (21,6%) had retention of the afterbirth, while in the cows with normal parturition only six (4,2%) showed retention of the fetal membranes. It was observed that cows with or without retained fetal membranes did not show clinical signs less a transitory reduction of appetite and milk production. This daily monitoring of rectal temperature represents an aditional tool indicating precociously reprodutive alterations, like uterine infections, maximizing milk production and future uterine performance.O trabalho teve como objetivo correlacionar dados da parturição com o acompanhamento diário da temperatura retal no pós-parto imediato em fêmeas bovinas. Foram selecionadas aleatoriamente 180 vacas leiteiras provenientes de sete propriedades, em Araçatuba (SP) e região, sendo monitoradas durante o puerpério precoce, no período de setembro de 1999 a julho de 2000. Do primeiro ao décimo dia pós-parto a temperatura retal (TR) de todos os animais foi aferida no intervalo das 05:00 às 08:00 horas da manhã, utilizando-se termômetro eletrônico (M525 - GLA Agricultural Electronics, San Luis Obispo, CA 93401-7500). Foi considerada acima da normalidade TR superior a 39,5°C, sendo colhidas informações sobre eventuais distocias, partos gemelares, retenção de membranas fetais, alteração do estado geral, ingestão de alimentos, produção de leite e descarga vaginal. Houve associação significativa entre descarga vaginal purulenta ou sanguinolenta e estado febril, sendo que dos 180 animais observados, 26 (14,4%) apresentaram corrimento vaginal patológico, destes dez (38,5%) tiveram febre, enquanto que os bovinos sem presença de secreção alterada tiveram elevação na temperatura corpórea em 17,5% dos casos. Também ocorreu associação significativa entre parto distócico e placenta retida, 37 vacas (20,6%) mostraram parturição difícil e, destas, oito (21,6%) retiveram as membranas fetais, enquanto as fêmeas que pariram normalmente tiveram 4,2% (seis animais) de retenção de secundinas. Constatou-se que vacas apenas com retenção placentária não apresentaram sinais clínicos, exceto presença de uma transitória redução no apetite e da produção láctea. Este monitoramento diário, através da aferição da temperatura retal, consiste em importante instrumento adicional, podendo indicar precocemente alterações reprodutivas, como possíveis infecções uterinas, maximizando a produção leiteira e a performance reprodutiva futura.

Marion Burkhardt de Koivisto; Katia Denise Bresciani; César Esper; Thais Mioto Martinelli; Leslie Cristina Scarpelli; Silvia Helena Venturolli Perri

2001-01-01

18

Indicadores de risco para o parto prematuro Risk predictors for preterm birth  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Entre os vários fatores clínicos para o parto prematuro, alguns apresentam riscos substanciais, tais como história de parto prematuro, gemelidade e sangramento vaginal do segundo trimestre. No entanto, tais fatores estão presentes na minoria das mulheres que evoluem para o parto prematuro e, portanto, possuem baixa sensibilidade. A dilatação, o esvaecimento e a posição do colo uterino diagnosticados pelo toque vaginal têm sido relacionados ao aumento do risco para o parto prematuro, mas possuem baixas sensibilidades e baixos valores preditivos positivos. A diminuição do comprimento do colo uterino detectada pela ultrassonografia transvaginal também constitui risco para parto prematuro. Sua sensibilidade é melhor quando são considerados outros testes, mas o valor preditivo positivo é baixo. A principal utilidade do teste da fibronectina fetal reside em seu valor preditivo negativo em mulheres sintomáticas. Observa-se aumento da sensibilidade para a detecção do parto prematuro quando a medida do colo do útero é utilizada juntamente com o teste da fibronectina fetal.Among the clinical factors for preterm birth, some confer substantial increased risk, including a history of preterm birth, multiple gestation and vaginal bleeding in the second trimester. However, these factors are present only in a minority of women who ultimately deliver preterm and thus have low sensitivity. Cervical dilatation, effacement and position as determined by manual examination have been related to an increased risk of preterm birth but also suffer from low sensitivity and positive predictive values. Cervical length measured with transvaginal ultrasound has also been related to an increased risk of preterm birth as cervical length decreases. The reported sensitivity is better than other tests, but positive predictive value is low. The principal utility of the fetal fibronectin assay lies in its negative predictive value in symptomatic women. Increased sensitivity has been reported when cervical length is used in combination with fetal fibronectin.

Roberto Eduardo Bittar; Marcelo Zugaib

2009-01-01

19

Aspectos epidemiológicos da depressão pós-parto em amostra brasileira/ Postpartum depression epidemiology in a Brazilian sample  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese INTRODUÇÃO: Sintomas psiquiátricos são freqüentes após o parto, momento marcado por alterações hormonais e mudanças no caráter social, na organização familiar e na identidade feminina. A Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EPDS) é instrumento de auto-avaliação para rastrear depressão após a gestação, nem sempre adequadamente reconhecida pelos profissionais de saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar prevalência de depressão pós-parto em (more) mulheres atendidas em unidades básicas de saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com aplicação da EPDS em 292 mulheres que se encontravam entre 31 e 180 dias após o parto. Adotamos o ponto de corte Abstract in english INTRODUCTION: Psychiatric symptoms are frequent in the postpartum period, a moment marked by hormonal alterations and changes in social character, family organization and women's identity. The Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) is a self-reporting instrument to track depression after pregnancy, unfortunately not always properly supported by health care professionals. This study aimed at verifying the prevalence of postpartum depression in women receiving care at (more) basic health units. METHODS: Cross-sectional study including 292 women in the postpartum period (from day 31 to 180) who answered the EPDS questionnaire. Cut-off point

Ruschi, Gustavo Enrico Cabral; Sun, Sue Yazaki; Mattar, Rosiane; Chambô Filho, Antônio; Zandonade, Eliana; Lima, Valmir José de

2007-12-01

20

Resultados maternos e neonatais em centro de parto normal peri-hospitalar e hospital/ Maternal and neonatal outcomes at an alongside birth center and at a hospital/ Resultados maternos y neonatales en centro de parto normal peri hospitalario y hospital  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Comparar os resultados maternos e neonatais em mulheres de baixo risco atendidas em centro de parto normal peri-hospitalar e hospital. MÉTODOS: Estudo transversal com amostra representativa de mulheres de baixo risco atendidas em São Paulo, SP, de 2003 a 2006. Foram incluídas 991 mulheres que tiveram o parto no centro de parto normal e 325 que deram à luz no hospital. Os dados foram obtidos dos prontuários. A análise comparativa foi realizada para o total (more) de mulheres e estratificada segundo a paridade. Foram aplicados os testes qui-quadrado e exato de Fisher. RESULTADOS: Houve distribuição homogênea das mulheres segundo a paridade (45,4% nulíparas e 54,6% mulheres com um ou mais partos anteriores). Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes em relação às seguintes intervenções: amniotomia (mais freqüente entre nulíparas do hospital); utilização de ocitocina no trabalho de parto e utilização de analgésico no pós-parto (mais freqüentes no hospital entre as mulheres de todas as paridades). A taxa de episiotomia foi maior entre as nulíparas, tanto no centro de parto como no hospital. Houve maior freqüência de intervenções com o neonato no hospital: aspiração das vias aéreas superiores, aspiração gástrica, lavagem gástrica, oxigênio por máscara aberta. Também ocorreram com mais freqüência no hospital bossa serossanguínea, desconforto respiratório e internação na unidade neonatal. Não houve diferença nos valores de Apgar no quinto minuto nem casos de morte materna ou perinatal. CONCLUSÕES: A assistência no centro de parto normal foi realizada com menos intervenções e com resultados maternos e neonatais semelhantes aos do hospital. Abstract in spanish OBJETIVO: Comparar los resultados maternos y neonatales en mujeres de bajo riesgo atendidas en centro de parto normal peri hospitalario y hospital. MÉTODOS: Estudio transversal con muestra representativa de mujeres de bajo riesgo atendidas en Sao Paulo, Sureste de Brasil, de 2003 a 2006. Se incluyeron 991 mujeres que realizaron el parto en el centro de parto normal y 325 que dieron a luz en el hospital. Los datos fueron obtenidos de los prontuarios. El análisis comparat (more) ivo fue realizado para el total de mujeres y estratificado según la paridad. Se aplicaron las pruebas de chi-cuadrado y exacto de Fisher. RESULTADOS: Hubo distribución homogénea de las mujeres según la paridad (45,4% de nulíparas y 54,6% de mujeres con uno o más partos anteriores). Se encontraron diferencias estadísticamente significativas con relación a las siguientes intervenciones: amniotomía (más frecuente entre nulíparas del hospital), utilización de ocitocina en el trabajo de parto y utilización de analgésico en el postparto (más frecuentes en el hospital entre las mujeres de todas las paridades). La tasa de episiotomía fue mayor entre las nulíparas, tanto en el centro de parto como en el hospital. Hubo mayor frecuencia de intervenciones con el neonato en el hospital: aspiración de las vías aéreas superiores, aspiración gástrica, lavado gástrico, oxígeno por máscara abierta. También ocurrieron con más frecuencia en el hospital bolsa serosanguínea, dificultad respiratoria e internación en la unidad neonatal. No hubo diferencia en los valores de Apgar en el quinto minuto ni en casos de muerte materna o perinatal. CONCLUSIONES: La asistencia en el centro de parto normal fue realizada con menos intervenciones y con resultados maternos y neonatales semejantes a los del hospital. Abstract in english OBJECTIVE: To compare maternal and neonatal outcomes in low-risk women assisited in an alongside birth center and at a hospital. METHODS: A cross-sectional study was conducted with a representative sample of low-risk women in São Paulo (Southeastern Brazil), from 2003 to 2006. The study included 991 women who delivered a child at the alongside birth center and 325 who delivered a child at a hospital. Data were obtained from medical records. A comparative

Schneck, Camilla Alexsandra; Riesco, Maria Luiza Gonzalez; Bonadio, Isabel Cristina; Diniz, Carmem Simone Grilo; Oliveira, Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de

2012-02-01

 
 
 
 
21

Fertilidade pós-parto em éguas Puro-Sangue de Corrida/ Post-partum fertility in thoroughbred mares  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Observaram-se 549 éguas da raça Puro-Sangue de Corrida paridas durante o segundo semestre, no período de 1º de julho de 1983 a 31 de dezembro de 1994, com a finalidade de se analisar o índice de concepção pós-parto, a duração e a fertilidade dos cios pós-parto, os percentuais de produtos nascidos no ano seguinte e relacioná-los com a idade das éguas. Verificou-se que éguas com idade superior a 13 anos apresentam uma capacidade significativamente menor de con (more) ceber e levar a gestação a termo do que éguas mais novas. O 1º cio pós-parto ocorre em média aos 12,3 (± 10,9) dias pós-parto e, quando apresenta uma duração de 8 a 14 dias, é significativamente mais fértil do que quando tem uma duração fora destes limites. A taxa de prenhez observada no 2º cio pós-parto foi significativamente superior à do 1º cio pós-parto. Abstract in english Five hundred and forty nine foaling thoroughbred mares, were observed to analyze the conception rate, duration and fertility of the foal heat, foaling rate in the forthcoming year and its relation with the age of the mare during the 2nd semester comprised between July, 1983 and December, 1994. Conception and foaling rates decreased after the age of the 13th. The first estrus appeared 12.3 (± 10.9) days post-partum and, when its duration was between 8 and 14 days, the fir (more) st estrus was significantly more fertile than out of these limits. The conception rate of the second post-partum estrus was significantly higher than the first.

KURTZ FILHO, Mario; ALDA, Joaquin Lopes de; DEPRÁ, Neiva Medianeira; BRASS, Karin Érica; CORTE, Flávio Desessards de La; SILVA, José Henrique Souza da; SILVA, Carlos Antonio Mondino; EMANUELLI, Isabele Picada

1998-01-01

22

Remifentanil em analgesia para o trabalho de parto/ Remifentanil as analgesia for labor/ Remifentanil en analgesia para el trabajo de parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As técnicas neuroaxiais representam atualmente os métodos mais efetivos para controle da dor durante o trabalho de parto e a analgesia peridural utilizando soluções anestésicas ultradiluídas é considerada o padrão ouro, promovendo alívio adequado da dor com mínimos efeitos colaterais. Em algumas situações, no entanto, o emprego dessas técnicas é limitado pela existência de contraindicações maternas ou obstáculos estruturais e m (more) ateriais. Nestes casos, as opções alternativas ainda são precárias e escassas, oferecendo resultados pouco otimistas e de eficácia questionável. CONTEÚDO: Este artigo apresenta, com base em uma revisão da literatura, as informações disponíveis relacionadas ao emprego do remifentanil como técnica alternativa para a analgesia de parto discutindo aspectos farmacocinéticos, farmacodinâmicos, eficácia analgésica, satisfação materna e efeitos colaterais maternos e fetais. CONCLUSÕES: Os dados iniciais apontam o remifentanil como uma opção promissora a ser empregada nas situações em que a gestante não quer ou não pode receber a analgesia neuroaxial. Abstract in spanish JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Las técnicas neuroaxiales representan actualmente los métodos más efectivos para el control del dolor durante el trabajo de parto, y la analgesia epidural utilizando soluciones anestésicas ultradiluidas se considera el estándar oro, promoviendo el alivio correcto del dolor con los mínimos efectos colaterales. En algunas situaciones, sin embargo, el uso de esas técnicas queda limitado por la existencia de contraindicaciones maternas u obst (more) áculos estructurales y materiales. En esos casos, las alternativas todavía son precarias y escasas, ofreciendo resultados poco optimistas y de una eficacia cuestionable. CONTENIDO: Con base en una revisión de la literatura, este artículo muestra que las informaciones disponibles relacionadas a lo empleo de lo remifetanil como técnica alternativa para la analgesia del parto discutindo los aspectos farmacocinéticos, farmacodinamicos, eficacia analgésica, satisfacion materna y efectos colaterales maternos y fetales. CONCLUSIONES: Los datos iniciales nos indican al remifentanil como una opción promisoria que podemos usar en las situaciones en que la embarazada no quiere o no puede recibir la analgesia neuroaxial. Abstract in english BACKGROUND AND OBJECTIVES: The neuraxial techniques currently represent the most effective methods for pain control during labor and the epidural block using ultradiluted anesthetic solutions is considered the gold standard promoting adequate pain relief with minimum side effects. In some situations however the use of these techniques is limited by the existence of maternal contraindications, or structural or material obstacles. In these cases, the alternatives are still (more) precarious and scarce offering little optimistic results and of dubious effectiveness. CONTENT: This article presents through a literature review the available information on the use of remifentanil as an alternative technique for analgesia during labor discussing aspects of pharmacokinetics, analgesia efficacy, maternal satisfaction and maternal/fetal side effects. CONCLUSIONS: The initial data show that remifentanil is a promising option to be employed in situations where the parturient cannot or does not want to receive the neuraxial analgesia.

Soares, Eliane C S; Lucena, Michelle R; Ribeiro, Renata C; Rocha, Letícia L; Vilas Boas, Walkíria W

2010-06-01

23

Uso da eletroestimulação transcutânea para alívio da dor durante o trabalho de parto em uma maternidade-escola: ensaio clínico controlado  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: determinar os desfechos maternos e neonatais de acordo com a aplicação ou não de estimulação elétrica transcutânea (EET) para alívio da dor do trabalho de parto antes da instalação da técnica combinada (raquianestesia + peridural). MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico, randomizado, aberto, envolvendo 22 parturientes, com gestação a termo e feto único em apresentação cefálica, atendidas em hospital-escola de nível terciário em Recife, Brasil. Estas pacientes foram randomizadas para receber ou não EET antes da instalação da anestesia combinada (raquianestesia + anestesia peridural) para analgesia de parto. Avaliaram-se a intensidade da dor pela escala analógica visual (EAV), o tempo transcorrido entre a avaliação inicial e a necessidade de instalação da anestesia combinada, a duração do trabalho de parto, a freqüência de cesariana e parto instrumental, os escores de Apgar e a freqüência de hipóxia neonatal. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Mann-Whitney e exato de Fisher, considerando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o tempo decorrido entre a avaliação da dor da parturiente e a necessidade de instalação da técnica combinada foi significativamente maior no grupo da EET (mediana de 90 minutos) quando comparado ao grupo controle (mediana de 30 minutos). A duração do trabalho de parto foi similar nos dois grupos (em torno de seis horas). Não houve diferença na evolução dos escores de EAV durante o trabalho de parto. A freqüência de cesariana foi de 18,2% nos dois grupos. Apenas um parto foi ultimado a fórcipe, no grupo controle. A mediana do escore de Apgar no quinto minuto foi 10, não se encontrando nenhum caso de hipóxia neonatal. CONCLUSÕES: a aplicação de EET foi efetiva em retardar a instalação da anestesia combinada para manter analgesia satisfatória durante o trabalho de parto, porém não apresentou efeito significativo sobre a intensidade da dor e a duração do trabalho de parto. Não houve efeitos deletérios maternos e neonatais.

Orange Flávia Augusta de; Amorim Melania Maria Ramos de; Lima Luciana

2003-01-01

24

A prova de trabalho de parto aumenta a morbidade materna e neonatal em primíparas com uma cesárea anterior?  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: comparar a morbidade materna e os resultados neonatais, bem como algumas características clínicas e epidemiológicas de primíparas com uma cesárea anterior, segundo a realização de cesárea eletiva (CE) ou prova de trabalho de parto (PTP) no segundo parto. PACIENTES E MÉTODO: trata-se de estudo de corte transversal retrospectivo do segundo parto em mulheres com uma cesárea prévia, atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM)/UNICAMP, no período de 1986 a 1998. Os dados foram obtidos de 2068 prontuários clínicos que correspondiam a 322 casos de CE e 1746 de PTP. A análise dos dados foi realizada pela distribuição percentual dos casos de CE e PTP e das categorias das variáveis nestes dois grupos, com a diferença estatística avaliada pelos testes chi2, chi2 para tendência (chi2 trend) e exato de Fisher, com nível de significância de 95%. RESULTADO: a indicação de CE diminuiu progressivamente com o tempo, passando de 22,6% em 1986 para 5% em 1998. A morbidade materna foi semelhante e reduzida nos dois grupos (1,24 e 1,21%). Não houve diferença significativa entre os grupos quanto ao índice de Apgar e natimortalidade, mas notou-se proporção significativamente maior de RN prematuros e com peso 4.000 g no grupo submetido à CE. A prevalência de CE foi significativamente maior em mulheres com idade >35 anos, história pregressa ou atual de síndrome hipertensiva, diabetes ou primeiro filho morto, bem como com alterações no volume do líquido amniótico. CONCLUSÕES: A realização da PTP aumentou progressivamente ao longo dos treze anos, sem aumento na morbidade materna e/ou neonatal. As indicações de CE obedeceram critério médico relacionado às condições clínicas maternas e/ou fetais desfavoráveis ao parto vaginal.

Matias Jacinta Pereira; Parpinelli Mary Angela; Cecatti José Guilherme; Passini Júnior Renato

2003-01-01

25

Evolução do comprimento cervical uterino na gestação, avaliado pela ultra-sonografia transvaginal  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: analisar a evolução do comprimento cervical uterino, ao longo da gestação, avaliado por meio da ultra-sonografia transvaginal. MÉTODOS: foi realizado estudo prospectivo, longitudinal, no qual 82 gestantes hígidas foram acompanhadas desde o início da gestação, das quais 49 mantiveram o seguimento até o parto sem complicações da gravidez, sendo examinadas a cada quatro semanas, e agrupadas, conforme a paridade, em nulíparas ou com um ou mais partos anteriores. O comprimento do colo uterino foi avaliado em vista sagital pela ultra-sonografia transvaginal, com a medida linear da distância entre os orifícios cervicais interno e externo. RESULTADOS: as médias de comprimento do colo uterino, bem como os percentis 5, 25, 50, 75 e 95, em função da idade gestacional, não diferiram significativamente entre os grupos estudados (p>0.05). No intervalo entre a 20ª e a 24ª semana gestacional o comprimento cervical variou entre 28, 35 e 47,2 mm, com os percentis 5, 50 e 95, respectivamente. O comprimento cervical uterino diminuiu progressivamente ao longo da gestação normal, sendo esse encurtamento significativo após a 20ª semana de gravidez e mais expressivo após a 28ª semana (p<0.05). CONCLUSÕES: o padrão de comportamento do comprimento cervical uterino parece não diferir entre nulíparas e mulheres com um ou mais partos anteriores. Os valores numéricos da curva de normalidade do comprimento cervical uterino, em função da idade gestacional, refletem a variabilidade perante as características peculiares à amostra estudada, devendo, portanto, ser valorizados os parâmetros estabelecidos para a nossa população.

Freitas-Júnior Reginaldo Antônio de Oliveira; Mauad-Filho Francisco; Duarte Geraldo; Ferreira Adilson Cunha; Freitas Ana Karla Monteiro Santana de Oliveira; Azevedo George Dantas de

2003-01-01

26

Estimulação hormonal, punção folicular transvaginal e avaliação ovocitária em bezerras pré-púberes da raça Nelore (Bos taurus indicus)  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O uso de bezerras pré-púberes como doadoras de ovócitos oferece um considerável potencial para acelerar o ganho genético através da diminuição do intervalo de gerações, além de incrementar o aproveitamento de fêmeas bovinas de alto valor genético. Os objetivos deste estudo foram analisar o efeito da idade e do tratamento estimulatório com gonadotrofinas sobre a resposta folicular, a taxa de recuperação, a produção e a avaliação morfológica de ovócitos colhidos em bezerras da raça nelore (B. t. indicus) a partir de 10 meses de idade. As bezerras foram distribuídas aleatoriamente em três grupos (n=4) e receberam tratamentos hormonais distintos, repetidos nos mesmos animais nos três períodos, aos 10, 11 e 12 meses de idade. No dia zero (D0), todas as bezerras receberam um implante intravaginal de progesterona e, em D1, 2 mg de benzoato de estradiol intramuscular (im). Em D6, deu-se início à diferenciação dos tratamentos (T): T1- 120 UI de FSH, divididos em quatro aplicações im a cada 12 horas; T2 - 120 UI de FSH, em uma única aplicação subcutânea (sc), mais 300 UI de eCG sc, T3 - sem tratamento estimulatório. No D8, o implante de progesterona foi retirado e a punção folicular transvaginal, guiada por ultra-som (PFTV), foi realizada no D9. Dos 402 ovócitos coletados, 53 foram desnudados e medidos, incluindo a zona pelúcida, encontrando-se um diâmetro médio de 153,38 (8,06) mm. Não houve diferença significativa entre os tratamentos e entre as idades para quantidade de folículos > 3 mm, de ovócitos recuperados e de ovócitos viáveis. A média de ovócitos recuperados e ovócitos viáveis para cada tratamento foi: T1- 11,08 (6,20) e 59,58% (25,80), T2- 12,75 (8,04) e 66,02% (36,71), T3 - 9,66 (8,15) e 51,51% (30,69), respectivamente. O valor médio da taxa de recuperação foi de 78,70%. O uso de FSH e FSH + eCG não aumentou significantemente a quantidade de folículos > 3 mm no momento da PFTV, assim como dos ovócitos recuperados e viáveis aos 10, 11 e 12 meses de idade.

Snel-Oliveira Marilia Viviane; Pereira Daniela Costa; Malagoli Junior Danilo; Rumpf Rodolfo

2003-01-01

27

Achados histeroscópicos em mulheres na pós-menopausa com diagnóstico de espessamento endometrial por ultra-sonografia transvaginal Hysteroscopic findings in postmenopausal women with endometrial thickening diagnosed by transvaginal ultrasound  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: correlacionar espessamento endometrial diagnosticado por ultra-sonografia com os achados histeroscópicos, em mulheres na pós-menopausa. MÉTODOS: foi realizado estudo transversal com avaliação histeroscópica em 121 mulheres na pós-menopausa, com diagnóstico de espessamento do endométrio por ultra-sonografia transvaginal. Das pacientes incluídas, 23 (19%) recebiam diferentes esquemas de hormonioterapia e 98 não referiam uso de reposição hormnonal.; 55 pacientes queixavam-se de sangramento por via vaginal e as restantes apresentavam-se sem esta condição. Os exames endoscópicos foram realizados ambulatorialmente, utilizando-se histeroscópio rígido de 4 mm. Para a distensão da cavidade uterina empregou-se gás carbônico (CO2). Biópsia foi praticada em todas as pacientes, com auxílio de cureta tipo Novak, de 3 mm, e o material obtido submetido a estudo histopatológico. RESULTADOS: a espessura do endométrio variou entre 6 e 38 mm, com média de 10,7 ± 5,3 mm. Os achados histeroscópicos foram: lesão polipóide, em 51 pacientes (42,1%); endométrio atrófico, em 15 (12,4%); sinéquia senil, em 15 (12,4%); espessamento focal, em 13 (10,7%); lesão cerebróide, em 6 (5,0%); endométrio proliferativo, em 5 (4,1%); muco, em 5 (4,1%); mioma, em 4 (3,3%); endométrio secretor, em 3 (2,5%); hiperplasia endometrial, em 3 (2,5%) e atrofia cística, em 1 (0,8%). Observou-se correlação entre os achados histeroscópicos e os resultados da histopatologia em 30 dos 51 casos de pólipo, em 12 dos 15 de endométrio atrófico e na totalidade dos casos sugestivos de hiperplasia endometrial e de adenocarcinoma. CONCLUSÃO: na maioria das pacientes, o exame histeroscópico revelou que não se tratava de real espessamento endometrial, mas sim de outras variedades de lesão da cavidade uterina.PURPOSE: to correlate endometrial thickening diagnosed by ultrasonography with hysteroscopic findings in postmenopausal women. METHODS: a transversal study with hysteroscopic evaluation was performed in 121 postmenopausal women, with endometrial thickening diagnosed through transvaginal ultrasonography. In 98 women there was no history of hormonal replacement therapy, while the remaining 23 received different types of hormone; 55 patients complained of vaginal bleeding and the remaining did not present this condition. The endoscopic examinations were performed in the outpatient clinic, using a 4 mm rigid hysteroscope. For uterine cavity distention carbon dioxide (CO2) was used. Biopsy was performed in all patients, with a 3 mm Novak type curette, and the collected material was submitted to a histopathological study. RESULTS: endometrial thickening varied from 6 to 38 mm, with a mean of 10.7 ± 5.3 mm. The hysteroscopic findings were: polypoid lesion in 51 patients (42.1%); atrophic endometrium in 15 patients (12.4%); senile synechia in 15 patients (12.4%), focal thickening in 13 patients (10.7%); cerebroid lesion in 6 patients (5.0%); proliferative endometrium in 5 patients (4.1%); mucus in 5 patients (4.1%); myoma in 4 patients (3.3%); secreting endometrium in 3 patients (2.5%); endometrial hyperplasia in 3 patients (2.5%); and cystic atrophy in 1 patient (0.8%). Correlation between hysteroscopic findings and cytopathology was observed in 30 of 51 cases of polypoid lesion, in 12 of 15 cases of atrophic endometrium and in all cases in which the diagnosis of endometrial hyperplasia or adenocarcinoma was suspected. CONCLUSION: in the majority of the patients, the hysteroscopic examinations revealed that there was no genuine endometrial thickening but rather other types of lesion in the uterine cavity.

Adriana Bittencourt Campaner; Sebastião Piato; Paulo Ayrosa Galvão Ribeiro; Tsutomo Aoki; Ricardo da Fonseca Nadais; Roberto Adelino de Almeida Prado

2004-01-01

28

Aspectos epidemiológicos da depressão pós-parto em amostra brasileira Postpartum depression epidemiology in a Brazilian sample  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available INTRODUÇÃO: Sintomas psiquiátricos são freqüentes após o parto, momento marcado por alterações hormonais e mudanças no caráter social, na organização familiar e na identidade feminina. A Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EPDS) é instrumento de auto-avaliação para rastrear depressão após a gestação, nem sempre adequadamente reconhecida pelos profissionais de saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar prevalência de depressão pós-parto em mulheres atendidas em unidades básicas de saúde. MÉTODOS: Estudo transversal com aplicação da EPDS em 292 mulheres que se encontravam entre 31 e 180 dias após o parto. Adotamos o ponto de corte INTRODUCTION: Psychiatric symptoms are frequent in the postpartum period, a moment marked by hormonal alterations and changes in social character, family organization and women's identity. The Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) is a self-reporting instrument to track depression after pregnancy, unfortunately not always properly supported by health care professionals. This study aimed at verifying the prevalence of postpartum depression in women receiving care at basic health units. METHODS: Cross-sectional study including 292 women in the postpartum period (from day 31 to 180) who answered the EPDS questionnaire. Cut-off point < 12 for EPDS depression was used. RESULTS: A total of 115 women (39.4%) had scores < 12 in EPDS, classified as depressive; 177 (60.6%) had scores < 12 and were not considered depressive. Women with lower education, higher number of pregnancies, higher parity, higher number of live children and shortest relationship time had more depression. CONCLUSION: High frequency of postpartum depression is associated with social factors, which shows the importance of health care professionals in early detection of depression, with the aid of instruments such as EPDS, due to its efficacy and practicability.

Gustavo Enrico Cabral Ruschi; Sue Yazaki Sun; Rosiane Mattar; Antônio Chambô Filho; Eliana Zandonade; Valmir José de Lima

2007-01-01

29

Pure-transvaginal natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) ovariohysterectomy in bitches: a preliminary feasibility study/ Ovário-histerectomia transvaginal pura por abordagem endoscópica transluminal por orifícios naturais (NOTES) em cadelas: estudo preliminar de factibilidade da técnica  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Cirurgia endoscópica por orifícios naturais (NOTES) constitui um acesso cirúrgico relativamente novo para abordagem minimamente invasiva, a qual vem sendo amplamente estudada na medicina humana. Porém, poucos estudos envolvendo sua aplicação na prática cirúrgica de pequenos animais foram realizados até o momento. O objetivo do presente estudo foi avaliar a factibilidade da ovário-histerectomia transvaginal por NOTES pura em cadelas. Cinco cadelas foram avaliadas (more) . A cavidade abdominal foi acessada por um trocarte de 11mm introduzido por uma incisão vaginal. Empregando-se um endoscópio rígido com canal de trabalho, os pedículos ovarianos foram coagulados e seccionados usando-se diatermia bipolar. O corno uterino foi tracionado para o interior do trocarte e exteriorizado juntamente com a cânula. O corpo e vasos uterinos foram coagulados ou ligados com sutura. O coto uterino foi reposicionado na cavidade abdominal e o pneumoperitônio, drenado. O procedimento foi realizado com sucesso em quatro das cinco cadelas. Na primeira tentativa, houve conversão para uma técnica de NOTES-híbrida, devido à quebra de uma pinça de coagulação. O tempo cirúrgico médio foi 52,1 (DP±11,5 minutos) para a técnica de NOTES pura. A OHE por NOTES pura é factível em cadelas, sem resultar em complicações maiores e proporcionando excelente recuperação pós-operatória. Abstract in english Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) is a relatively new surgical access for minimally invasive surgery, which is being widely studied in human medicine. However, few studies focusing on its applicability in the small animal practice have been performed so far. The aim of the current study was to evaluate the feasibility of pure-NOTES transvaginal ovariohysterectomy in bitches. Five bitches were evaluated. The abdomen was accessed through an 11mm trocar (more) inserted through a vaginal incision. Using a rigid endoscope with working channel, the ovarian pedicles were coagulated and sectioned using bipolar diathermy. The uterine horn was pulled into the trocar and exteriorized along with the cannula. The uterine body and vessels were coagulated or ligated. The uterine stump was replaced into the abdominal cavity and the pneumoperitoneum drained. Pure-NOTES OHE was successfully accomplished in four out of five bitches. In the first try, it was converted to a hybrid-NOTES technique due to instrument failure. Mean surgical time was 52.1 (SD±11.5 minutes) for the pure-NOTES technique. Pure-NOTES OHE is feasible in bitches, which may result in no major complications and excellent surgical recovery.

Silva, Marco Augusto Machado; Toniollo, Gilson Hélio; Cardoso, Karym Christine de Freitas; Quarterone, Carolina; Brun, Maurício Veloso

2012-07-01

30

Evolução do comprimento cervical uterino na gestação, avaliado pela ultra-sonografia transvaginal Changes in cervical length during pregnancy measured by transvaginal ultrasound  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: analisar a evolução do comprimento cervical uterino, ao longo da gestação, avaliado por meio da ultra-sonografia transvaginal. MÉTODOS: foi realizado estudo prospectivo, longitudinal, no qual 82 gestantes hígidas foram acompanhadas desde o início da gestação, das quais 49 mantiveram o seguimento até o parto sem complicações da gravidez, sendo examinadas a cada quatro semanas, e agrupadas, conforme a paridade, em nulíparas ou com um ou mais partos anteriores. O comprimento do colo uterino foi avaliado em vista sagital pela ultra-sonografia transvaginal, com a medida linear da distância entre os orifícios cervicais interno e externo. RESULTADOS: as médias de comprimento do colo uterino, bem como os percentis 5, 25, 50, 75 e 95, em função da idade gestacional, não diferiram significativamente entre os grupos estudados (p>0.05). No intervalo entre a 20ª e a 24ª semana gestacional o comprimento cervical variou entre 28, 35 e 47,2 mm, com os percentis 5, 50 e 95, respectivamente. O comprimento cervical uterino diminuiu progressivamente ao longo da gestação normal, sendo esse encurtamento significativo após a 20ª semana de gravidez e mais expressivo após a 28ª semana (pPURPOSE: to establish a normality curve of cervical length during pregnancy measured by transvaginal ultrasonography. METHODS: we conducted a prospective, longitudinal study on 82 healthy pregnant women who were followed up from the beginning of pregnancy to delivery at four-week intervals, of whom 49 concluded the study. Patients were divided according to parity into nulliparous women and women with one or more previous deliveries. Cervical length was measured in a sagittal view by transvaginal ultrasonography, as the linear distance between internal and external cervical os. RESULTS: no significant difference was observed in mean cervical length or the 5th, 25, 50th, 75th, or 95th percentile according to gestational age between groups (p>0.05). Between the 20thand 24th gestacional week, the 5th, 50th and 95th percentiles of cervical length were 28, 35 and 47.2 mm, respectively. Cervical length decreased progressively during normal pregnancy, with a significant shortening observed after 20 weeks of gestation and being more marked after 28 weeks (p<0.05). CONCLUSION: the pattern of cervical length behavior does not seem to differ between nulliparous women and women with one or more previous deliveries. The numerical values of the normality curve of cervical length according to gestational age reflect the variability in the peculiar characteristics of the studied sample, thus emphasizing the value of the parameters established for different populations.

Reginaldo Antônio de Oliveira Freitas-Júnior; Francisco Mauad-Filho; Geraldo Duarte; Adilson Cunha Ferreira; Ana Karla Monteiro Santana de Oliveira Freitas; George Dantas de Azevedo

2003-01-01

31

Complicações maternas associadas ao tipo de parto em hospital universitário Maternal complications associated with type of delivery in a university hospital  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Analisar as complicações maternas associadas ao tipo de parto e comparar o parto cesáreo com o via vaginal. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 1.748 partos realizados em hospital universitário de São Paulo no período de abril a dezembro de 2001, cujos recém-nascidos apresentaram peso superior a 500 gramas. Foram analisadas as complicações maternas ocorridas durante o parto e as diagnosticadas durante o puerpério, necessitando de nova internação da paciente. Para análise estatística, foram utilizados o teste t de Student e o teste Exato de Fisher. Adotou-se como nível de significância o valor de 0,05. RESULTADOS: O parto cesáreo foi realizado em 988 pacientes (56,5%) e o por via vaginal em 760 (43,5%). As complicações hemorrágicas ocorreram em 1,2% dos casos de cesárea e em 0,8% dos casos de parto via vaginal, sem diferença significativa entre esses grupos. A endometrite ocorreu em 0,4% dos casos de cesárea e em 0,1% dos partos por via vaginal, não sendo observada diferença significativa. Dois casos de infecção puerperal evoluíram para histerectomia no grupo cujo parto foi cesáreo. Não foi observado nenhum caso de óbito materno relacionado à cesárea. CONCLUSÕES: Não foram constatadas associações entre as complicações maternas e o tipo de parto no período analisado.OBJECTIVE: To analyze maternal complications associated to type of delivery, comparing cesarean (c-) section with vaginal delivery. METHODS: Retrospective study of 1,748 deliveries carried out at a university hospital in the city of São Paulo, Southeastern Brazil, in which the newborn weighed more than 500 g. Maternal complications occurred during delivery as well as those diagnosed during puerperium that required further hospital admission were analyzed. Statistical analyses included Student's t test and Fisher's Exact test. Significance level was set at 0.05. RESULTS: C-sections were performed on 988 patients (56,5%). Hemorrhagic complications occurred in 1.2% of c-sections and in 0.8% of normal deliveries, with no statistically significant difference between both groups. Endometritis was observed in 0.4% of c-sections and in 0.1% of vaginal deliveries, without statistically significant difference. Two cases of puerperal infection evolved to hysterectomies, in the c-section group. There were no maternal deaths related to c-section. CONCLUSIONS: No associations were found between maternal complications and type of delivery in the period analyzed.

Roseli Mieko Yamamoto Nomura; Eliane Aparecida Alves; Marcelo Zugaib

2004-01-01

32

Amamentação parcelada em função da ordem de parto de porcas/ Split suckling in relation to the parturition order of sows  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo foi avaliar os efeitos da amamentação parcelada nas primeiras seis horas após o nascimento, sobre o peso ao desmame, aos 60 dias de idade e a dosagem de imunoglobulinas G séricas em leitões de porcas de diversas ordens de parto. Trinta e três fêmeas suínas foram usadas em delineamento inteiramente casualizado e em esquema fatorial 2 × 3, composto de dois manejos de leitões pós-nascimento e três agrupamentos por ordem de parto. No manejo tradicional, (more) os leitões disputavam as tetas e mamavam aleatoriamente, enquanto no manejo com alimentação parcelada foram distribuídos em dois grupos para mamar. A coleta de sangue dos leitões foi realizada seis horas após o término do parto para titulação de IgG. Aos 21 e 60 dias de idade, os leitões foram pesados. O manejo de alimentação parcelada não afetou o peso nem a dosagem de IgG sérica dos leitões, independentemente da ordem de parição das porcas, no entanto os leitões das porcas primíparas apresentaram menor peso ao desmame. O manejo de alimentação parcelada resultou em aumento da concentração de IgG sérica dos leitões de porcas primíparas. A amamentação parcelada deve ser utilizada em primíparas, mas não necessariamente em porcas de segunda parição em diante, pois os leitões de primíparas submetidos ao manejo de alimentação parcelada apresentam maiores concentrações de IgG sérica. Abstract in english The objective was evaluate the effects of the split suckling at the six first hours after the birth, on the weight at weaning and at 60 days of age and on the serum IgG rate, in piglets from sows of different parturition order. Thirty-three sows were used in a completely randomized design and 2 × 3 factorial arrangement: two post-birth management practices and three groups by parturition order. In the traditional management, piglets fought for the teats and suckled rando (more) mly, while in the split suckling, piglets were divided in two groups for suckling. Bood collection was performed at six hours after the end of the birth, for the IgG titration. At 21 and 60 days of age, piglets were weighed. The split suckling management did not affect the weight or the serum IgG rate of the piglets from sows of different parturition order, but the piglets of primiparous sows had lower weaning weight. The split suckling management resulted in increase of serum IgG concentration in piglets of primiparous sows. The split suckling must be used in primiparous sows, but not necessarily in sows of second parturition on, because the piglets of primiparous submitted to the split suckling management present higher concentrations of serum IgG.

Alonso, Vivian; Rocco, Vanessa Vilas Boas; Galdeano, José Vanderlei Burim; Santana, Renato Simões; Molero, André Henrique Turra; Oliveira, Maria Cristina de

2012-01-01

33

Estágio em uma casa de parto do Japão: relato de experiência/ Traineeship in a Japanese birth center: experience report/ Pasantía en una casa de partos de Japón: relato de experiencia  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O conhecimento da assistência ao parto desenvolvida em outras sociedades pode promover a autocrítica a respeito de nossas próprias práticas. Este artigo relata a experiência de um estágio desenvolvido em uma Casa de Parto do Japão. A Instituição oferece assistência pré-natal, grupo de educação em saúde, ioga, hidroginástica, assistência ao parto e puerpério, cuidado com o recém-nascido, visita domiciliar e consulta de enfermagem da puérpera e recém-nas (more) cido. Os princípios que norteiam a assistência desenvolvida naquela Casa, em conformidade com as recomendações da Organização Mundial da Saúde, fornecem suporte para recomendar a adoção dos modos de cuidar ali desenvolvidos, com a necessária adaptação ao contexto sociocultural específico. Abstract in spanish El conocimiento de la asistencia al parto desarrollada en otras sociedades promueve la autocrítica de las propias prácticas. Este artículo es un relato de una pasantía realizada en una Casa de Partos de Japón. La Institución ofrece asistencia prenatal, grupo de educación para la salud, yoga, hidrogimnasia, asistencia al parto y al puerperio, cuidado con el recién nacido, visita domiciliaria y la consulta de enfermería a la puérpera y al recién nacido. Los princ (more) ipios que rigen la asistencia practicada en la Casa, en conformidad con las recomendaciones de la Organización Mundial de la Salud, proporcionan el soporte para recomendar la adopción de los modos de cuidar allí empleados, con la necesaria adaptación al contexto sociocultural específico. Abstract in english An understanding of birth care as provided in other societies can promote self-criticism regarding our own professional practices. This article is a report on a traineeship held at a Japanese birth center, an institution offering pre-natal care, health education groups, yoga, water-exercise, birth and postpartum care, newborn care, home visits, and postpartum and newborn nursing consultations. The care principles guiding birth care at that institution are in line with the (more) recommendations of the World Health Organization. They provide support for recommending the adoption of the methods that the birth center in question employs, subject to adapting them to specific socio-cultural contexts.

Hoga, Luiza Akiko Komura

2005-12-01

34

Ultrassonografia do colo uterino versus índice de Bishop como preditor do parto vaginal Cervical ultrasonography versus Bishop score as a predictor of vaginal delivery  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: comparar a acurácia da mensuração ultrassonográfica transvaginal do colo uterino com o escore de Bishop para predição do parto vaginal após indução do trabalho de parto com misoprostol a 25 mcg. MÉTODOS: realizou-se estudo de validação de técnica diagnóstica com 126 gestantes com indicação para indução do trabalho de parto, as quais foram avaliadas pelo escore de Bishop e por ultrassonografia transvaginal para mensuração cervical. As pacientes foram submetidas, também, à ultrassonografia obstétrica transabdominal para avaliação da estática, pesos fetais e índice de líquido amniótico, e à cardiotocografia basal para avaliação da vitalidade fetal. Procedeu-se à indução do trabalho de parto com misoprostol vaginal e sublingual, um dos comprimidos contendo 25 mcg da droga e o outro apenas placebo. Os comprimidos foram administrados a cada seis horas, em um número máximo de oito. Construíram-se tabelas de distribuição de frequência e calcularam-se medidas de tendência central e de dispersão. Curvas ROC foram construídas para avaliação do escore de Bishop e da medida ultrassonográfica do colo uterino para predição de parto vaginal. RESULTADOS: obteve-se uma área sob a curva ROC de 0,5 (p=0,8) para medição do colo uterino pela ultrassonografia transvaginal, enquanto a curva ROC do escore de Bishop (ponto de corte ³4) apresentou área de 0,6 (p=0,02). O escore de Bishop ³4 apresentou sensibilidade de 56,2% e especificidade de 67,9% para predição de parto vaginal, com razão de verossimilhança positiva de 1,75 e negativa de 0,65. CONCLUSÕES: a medida ultrassonográfica transvaginal do colo uterino não foi boa preditora da evolução para parto vaginal em pacientes com trabalho de parto induzido com misoprostol. O escore de Bishop foi melhor preditor para parto vaginal nestas circunstâncias.PURPOSE: to compare the accuracy of transvaginal ultrasonographic measurement of the uterine cervix with Bishop’s score for the prediction of vaginal delivery after labor induction, with 25 mcg of misoprostol. METHODS: a prospective study for the validation of a diagnostic test was conducted on 126 pregnant women with indication for labor induction. The patients were evaluated by Bishop’s score and transvaginal ultrasonography for cervical measurement. They also undergone obstetric transabdominal ultrasound to evaluate static and fetal weight, as well as the amniotic fluid index, and basal cardiotocography for the evaluation of fetal vitality. Labor was induced with vaginal and sublingual misoprostol, one of the tablets containing 25 mcg of the drug and the other only placebo. The tablets were administered every six hours, with a maximum number of eight. Frequency tables were obtained, and measures of central tendency and dispersion were calculated. ROC curves were constructed for the evaluation of Bishop’s score and ultrasonographic measurement of the uterine cervix for the prediction of vaginal delivery. RESULTS: the area under the ROC curve was 0.5 (p=0.8) for the ultrasonographic measurement of the uterine cervix, and 0.6 (p=0.02) for Bishop’s score (cut point ³4). Bishop’s score had a sensitivity of 56.2% and specificity of 67.9% for prediction of vaginal delivery, with a positive likelihood ratio of 1.75 and a negative one of 0.65. CONCLUSIONS: ultrasonographic measurement of the uterine cervix was not a good predictor of evolution to vaginal delivery among patients with misoprostol-induced labor. Bishop’s score was a better predictor of vaginal delivery under these circumstances.

José Richelmy Brazil Frota Aragão; Francisco Edson de Lucena Feitosa; Carlos Augusto Alencar Júnior; Rodney Paiva Vasconcelos; Melânia Maria Ramos de Amorim; Renato Passini Júnior

2011-01-01

35

Ultrassonografia do colo uterino versus índice de Bishop como preditor do parto vaginal/ Cervical ultrasonography versus Bishop score as a predictor of vaginal delivery  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: comparar a acurácia da mensuração ultrassonográfica transvaginal do colo uterino com o escore de Bishop para predição do parto vaginal após indução do trabalho de parto com misoprostol a 25 mcg. MÉTODOS: realizou-se estudo de validação de técnica diagnóstica com 126 gestantes com indicação para indução do trabalho de parto, as quais foram avaliadas pelo escore de Bishop e por ultrassonografia transvaginal para mensuração cervical. As paciente (more) s foram submetidas, também, à ultrassonografia obstétrica transabdominal para avaliação da estática, pesos fetais e índice de líquido amniótico, e à cardiotocografia basal para avaliação da vitalidade fetal. Procedeu-se à indução do trabalho de parto com misoprostol vaginal e sublingual, um dos comprimidos contendo 25 mcg da droga e o outro apenas placebo. Os comprimidos foram administrados a cada seis horas, em um número máximo de oito. Construíram-se tabelas de distribuição de frequência e calcularam-se medidas de tendência central e de dispersão. Curvas ROC foram construídas para avaliação do escore de Bishop e da medida ultrassonográfica do colo uterino para predição de parto vaginal. RESULTADOS: obteve-se uma área sob a curva ROC de 0,5 (p=0,8) para medição do colo uterino pela ultrassonografia transvaginal, enquanto a curva ROC do escore de Bishop (ponto de corte ³4) apresentou área de 0,6 (p=0,02). O escore de Bishop ³4 apresentou sensibilidade de 56,2% e especificidade de 67,9% para predição de parto vaginal, com razão de verossimilhança positiva de 1,75 e negativa de 0,65. CONCLUSÕES: a medida ultrassonográfica transvaginal do colo uterino não foi boa preditora da evolução para parto vaginal em pacientes com trabalho de parto induzido com misoprostol. O escore de Bishop foi melhor preditor para parto vaginal nestas circunstâncias. Abstract in english PURPOSE: to compare the accuracy of transvaginal ultrasonographic measurement of the uterine cervix with Bishop?s score for the prediction of vaginal delivery after labor induction, with 25 mcg of misoprostol. METHODS: a prospective study for the validation of a diagnostic test was conducted on 126 pregnant women with indication for labor induction. The patients were evaluated by Bishop?s score and transvaginal ultrasonography for cervical measurement. They also undergo (more) ne obstetric transabdominal ultrasound to evaluate static and fetal weight, as well as the amniotic fluid index, and basal cardiotocography for the evaluation of fetal vitality. Labor was induced with vaginal and sublingual misoprostol, one of the tablets containing 25 mcg of the drug and the other only placebo. The tablets were administered every six hours, with a maximum number of eight. Frequency tables were obtained, and measures of central tendency and dispersion were calculated. ROC curves were constructed for the evaluation of Bishop?s score and ultrasonographic measurement of the uterine cervix for the prediction of vaginal delivery. RESULTS: the area under the ROC curve was 0.5 (p=0.8) for the ultrasonographic measurement of the uterine cervix, and 0.6 (p=0.02) for Bishop?s score (cut point ³4). Bishop?s score had a sensitivity of 56.2% and specificity of 67.9% for prediction of vaginal delivery, with a positive likelihood ratio of 1.75 and a negative one of 0.65. CONCLUSIONS: ultrasonographic measurement of the uterine cervix was not a good predictor of evolution to vaginal delivery among patients with misoprostol-induced labor. Bishop?s score was a better predictor of vaginal delivery under these circumstances.

Aragão, José Richelmy Brazil Frota; Feitosa, Francisco Edson de Lucena; Alencar Júnior, Carlos Augusto; Vasconcelos, Rodney Paiva; Amorim, Melânia Maria Ramos de; Passini Júnior, Renato

2011-11-01

36

Associação entre a remuneração da assistência ao parto e a prevalência de cesariana em maternidades do Rio de Janeiro: uma revisão da hipótese de Carlos Gentile de Mello  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo do presente estudo foi comparar a prevalência de cesarianas em nove maternidades privadas, localizadas no Município do Rio de Janeiro nos anos de 1968 e 1993, procurando correlacionar a forma de pagamento com a prevalência de cesariana. Foram analisados 3.413 partos ocorridos em 1968 em nove maternidades que utilizavam a remuneração denominada "Regime de pagamento por unidade de serviço". Vinte e cinco anos depois, estas maternidades foram reanalisadas, apresentando um total de 11.065 partos. Estes dados tiveram como fonte Gentile de Mello (1969) e o Relatório do Sistema de Informações de Nascidos Vivos da Secretaria Municipal de Saúde do Ria de Janeiro. Foi feita uma análise estatística da proporção de cesáreas nas duas épocas. Verificou-se um aumento estatisticamente significativo na prevalência de cesariana em 1993 em relação ao ano de 1968, apesar de haver igualdade (ou muito próximo a isso) no valor do pagamento pela assistência ao parto. O fim do regime de pagamento por unidade de serviço e a igualdade no valor pago pelo parto vaginal ou cesáreo não foram suficientes para a diminuição da prevalência de cesariana. Sugerimos que a forma de remuneração não determina isoladamente a elevada prevalência de cesárea, havendo outras variáveis influenciando tal fenômeno.

Gentile Francisco de Paula; Noronha Filho Gerson; Cunha Alfredo de Almeida

1997-01-01

37

The medical construction of midwifery. Representations and practices in Catalonia, Spain/ La construcción médica de la asistencia al parto. Representaciones y prácticas en Cataluña, España/ A construção médica da assistência ao parto. Representações e práticas em Cataluña, Espanha  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Objetivo. Descrever como se construíram os discursos sobre do parto e a necessidade de intervenção médica em Espanha. Metodologia. Estudo qualitativo. Realizaramse entrevistas a sete matronas que exerceram em Cataluña (Espanha) em meados do século passado. Comparamse suas opiniões com os discursos médicos recolhidos nas investigações publicadas na Revista Espanhola de Obstetrícia e Ginecologia entre os anos 1954 a 1960. Resultados. Frente à normalidade da evol (more) ução da maioria dos partos que informam os relatos das matronas, nas definições médicas aparecem como problemáticos ou alterados em sua duração e pela presença da dor, justificando suas intervenções sistemáticas; ainda que o anterior suponha um risco para as mulheres e suas criaturas. Como resultado, reafirma-se o discurso que define como patológicos a maioria dos partos. Conclusão. O sistema médico aparece construindo a assistência ao parto como um processo cirúrgico. As mulheres estão fazendo outras construções mais realistas e conformes com suas necessidades. A assistência ao nascimento como uma construção cultural e por tanto, susceptível de mudanças. Abstract in spanish Objetivo. Describir cómo se han construido los discursos sobre del parto y la necesidad de intervención médica en España. Metodología. Estudio cualitativo. Se realizaron entrevistas a siete matronas que ejercieron en Cataluña (España) a mediados del siglo pasado. Se compararon sus opiniones con los discursos médicos recogidos en las investigaciones publicadas en la Revista Española de Obstetricia y Ginecología entre los años 1954 a 1960. Resultados. Frente a la (more) normalidad de la evolución de la mayoría de los partos que informan los relatos de las matronas, en las definiciones médicas aparecen como problemáticos o alterados en su duración, además, por la presencia del dolor, justificando sus intervenciones sistemáticas, aunque lo anterior suponga un riesgo para las mujeres y sus criaturas. Como resultado, se reafirma el discurso que define como patológicos la mayoría de los partos. Conclusión. El sistema médico aparece construyendo la asistencia al parto como un proceso quirúrgico. Las mujeres están haciendo otras construcciones más realistas y acordes con sus necesidades. La asistencia al nacimiento como una construcción cultural y, por tanto, susceptible de cambios. Abstract in english Objective. To describe how discourse has been constructed regarding parturition (delivery) and the need for medical intervention in Spain. Methodology. This was a qualitative study. Interviews were conducted with seven midwives who practiced in Cataluña (Spain) during the middle of the last century. Their opinions were compared to medical discourse gathered from research published in the Spanish Journal on Obstetrics and Gynecology (Revista Española de Obstetricia y Gin (more) ecología) between 1954 and 1960. Results. Against the normality of the evolution of most parturitions reported by the stories of the midwives, in medical definitions these appear as problematic or altered in their duration and by the presence of pain, justifying their systematic interventions; although the aforementioned poses a risk for women and their offspring. As a result, the discourse defining most deliveries as pathological is reaffirmed. Conclusion. The medical system constructed midwifery as a surgical process. Women are engaged in other more realistic constructions in agreement to their needs. Care at birth is perceived as a cultural construction and, hence, susceptible to change.

Montes Muñoz, María Jesús

2012-07-01

38

The medical construction of midwifery. Representations and practices in Catalonia, Spain La construcción médica de la asistencia al parto. Representaciones y prácticas en Cataluña, España A construção médica da assistência ao parto. Representações e práticas em Cataluña, Espanha  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objective. To describe how discourse has been constructed regarding parturition (delivery) and the need for medical intervention in Spain. Methodology. This was a qualitative study. Interviews were conducted with seven midwives who practiced in Cataluña (Spain) during the middle of the last century. Their opinions were compared to medical discourse gathered from research published in the Spanish Journal on Obstetrics and Gynecology (Revista Española de Obstetricia y Ginecología) between 1954 and 1960. Results. Against the normality of the evolution of most parturitions reported by the stories of the midwives, in medical definitions these appear as problematic or altered in their duration and by the presence of pain, justifying their systematic interventions; although the aforementioned poses a risk for women and their offspring. As a result, the discourse defining most deliveries as pathological is reaffirmed. Conclusion. The medical system constructed midwifery as a surgical process. Women are engaged in other more realistic constructions in agreement to their needs. Care at birth is perceived as a cultural construction and, hence, susceptible to change.Objetivo. Describir cómo se han construido los discursos sobre del parto y la necesidad de intervención médica en España. Metodología. Estudio cualitativo. Se realizaron entrevistas a siete matronas que ejercieron en Cataluña (España) a mediados del siglo pasado. Se compararon sus opiniones con los discursos médicos recogidos en las investigaciones publicadas en la Revista Española de Obstetricia y Ginecología entre los años 1954 a 1960. Resultados. Frente a la normalidad de la evolución de la mayoría de los partos que informan los relatos de las matronas, en las definiciones médicas aparecen como problemáticos o alterados en su duración, además, por la presencia del dolor, justificando sus intervenciones sistemáticas, aunque lo anterior suponga un riesgo para las mujeres y sus criaturas. Como resultado, se reafirma el discurso que define como patológicos la mayoría de los partos. Conclusión. El sistema médico aparece construyendo la asistencia al parto como un proceso quirúrgico. Las mujeres están haciendo otras construcciones más realistas y acordes con sus necesidades. La asistencia al nacimiento como una construcción cultural y, por tanto, susceptible de cambios.Objetivo. Descrever como se construíram os discursos sobre do parto e a necessidade de intervenção médica em Espanha. Metodologia. Estudo qualitativo. Realizaramse entrevistas a sete matronas que exerceram em Cataluña (Espanha) em meados do século passado. Comparamse suas opiniões com os discursos médicos recolhidos nas investigações publicadas na Revista Espanhola de Obstetrícia e Ginecologia entre os anos 1954 a 1960. Resultados. Frente à normalidade da evolução da maioria dos partos que informam os relatos das matronas, nas definições médicas aparecem como problemáticos ou alterados em sua duração e pela presença da dor, justificando suas intervenções sistemáticas; ainda que o anterior suponha um risco para as mulheres e suas criaturas. Como resultado, reafirma-se o discurso que define como patológicos a maioria dos partos. Conclusão. O sistema médico aparece construindo a assistência ao parto como um processo cirúrgico. As mulheres estão fazendo outras construções mais realistas e conformes com suas necessidades. A assistência ao nascimento como uma construção cultural e por tanto, susceptível de mudanças.

María Jesús Montes Muñoz

2012-01-01

39

Analgesia de parto em paciente com tetralogia de Fallot não corrigida: relato de caso Analgesia de parto en paciente con tetralogía de Fallot no corregida: relato de caso Labour analgesia in parturient with uncorrected tetralogy of Fallot: case report  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Embora a tetralogia de Fallot seja a mais comum das cardiopatias congênitas cianóticas, as publicações nacionais, relacionando essa doença com a prática anestésica são escassas. O objetivo deste relato é apresentar um caso de analgesia de parto em paciente portadora de tetralogia de Fallot não corrigida e diagnosticada durante a gestação. RELATO DO CASO: Paciente com 26 anos, 56 kg, 1,56 m, idade gestacional 32 semanas e 5 dias, com diagnóstico de tetralogia de Fallot realizado durante a gestação. Internou em trabalho de parto. A conduta obstétrica foi a de parto via baixa, sendo realizada analgesia através de bloqueio peridural com bupivacaína a 0,125% e fentanil (100 µg) e colocação de cateter peridural. Após 1h30 minutos do início da analgesia, ocorreu o nascimento. O peso do recém-nascido foi 1485 g e o índice de Apgar 6 e 8 no primeiro e no quinto minutos, respectivamente. A paciente permaneceu estável e sem alterações hemodinâmicas e/ou eletrocardiográficas. CONCLUSÕES: A escolha da técnica anestésica é de fundamental importância no manuseio das pacientes com tetralogia de Fallot não corrigidas. Condições favoráveis do colo e boa dinâmica uterina, particularmente naquelas pacientes sem história de síncope, tornam-se imprescindíveis para uma boa indicação da analgesia de parto.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: Aunque la tetralogía de Fallot sea la más común de las cardiopatías congénitas cianóticas, las publicaciones nacionales, relacionando esa enfermedad con la práctica anestésica son escasas. El objetivo de este relato es presentar un caso de analgesia de parto en paciente portadora de tetralogía de Fallot no corregida y diagnosticada durante la gestación. RELATO DEL CASO: Paciente con 26 años, 56 kg, 1,56 m, edad gestacional 32 semanas y 5 días, con diagnóstico de tetralogía de Fallot realizado durante la gestación. Internó en trabajo de parto. La conducta obstétrica fue la de parto vía baja, siendo realizada analgesia de parto a través de bloqueo peridural con bupivacaína a 0,125% y fentanil (100 µg) y colocación de catéter peridural. Después de 1h30 minutos del inicio de la analgesia, ocurrió el nacimiento. El peso del recién nacido fue 1485 g y el índice de Apgar 6 y 8 en el primero y en el quinto minutos, respectivamente. La paciente permaneció estable y sin alteraciones hemodinámicas y/o electrocardiográficas. CONCLUSIONES: La elección de la técnica anestésica es de fundamental importancia en el manoseo de las pacientes con tetralogía de Fallot no corregidas. Condiciones favorables del cuello y buena dinámica uterina, particularmente en aquellas pacientes sin historia de síncope, se vuelven imprescindibles para una buena indicación de la analgesia de parto.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Although tetralogy of Fallot is the most common cyanotic congenital heart disease, national publications correlating this condition with anesthetic practice are scarce. This report aimed at presenting a case of labor epidural analgesia in a patient with uncorrected tetralogy of Fallot diagnosed during gestation. CASE REPORT: Patient 26 years old, 1.54 m, 56 kg, 32 weeks and 5 days of gestational age, who had been diagnosed with tetralogy of Fallot during gestation. Patient was admitted in labour. After obstetric evaluation and decision for natural birth, epidural analgesia was performed with 0.125% bupivacaine associated to 100µg fentanyl through a catheter. Patient gave birth 1 hour and 30 minutes after the procedure. The newborn weighed 1485 grams and had an Apgar score of 6 and 8 at one and five minutes, respectively. Patient remained stable, with no hemodynamic or ECG changes. CONCLUSIONS: Selecting the appropriate anesthetic technique is extremely important when managing patients with uncorrected tetralogy of Fallot. Favorable uterine dynamics and cervical conditions, particularly in patients with no history of syncope, are critical findings for adequate labour analgesia indication.

Florentino Fernandes Mendes; Carlos Alberto T Farias; Daniel Segabinazzi

2005-01-01

40

Dominant follicle removal by ultrasound guided transvaginal aspiration and superovulatory response in Nellore cows Remoção do folículo dominante por aspiração transvaginal guiada por ultra-som e reposta superovulatória em vacas Nelore  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available The present study analyzed the physiological significance of the dominant follicle (DF) and its removal on the superovulatory response of 42 Nellore cows and tested the hypothesis that the number of subordinate small follicles (3-8mm) could be used as a single criterion for the evaluation of the presence or absence of a DF in the ovaries. Ultrasonographic examinations were performed two days before the beginning of superovulatory treatment (D0) and the cows divided into three groups: group without DF (NDF), group with a DF (DF) and group with an aspirated DF (ADF). The superovulatory response of the donors did not differ between groups, but the rate of embryonic viability was higher in NDF (69.40%) and ADF (68.99%) groups compared to DF (48.54%). The number of unfertilized structures did not differ between NDF and DF or between NDF and ADF groups, but was higher in DF compared to ADF. It is concluded that, in Nellore cows, the number of subordinate follicles is a safe criterion for the evaluation of the presence of a DF in the ovaries, but errors could be avoided if only 4-8mm follicles were considered, and that the presence of a DF at the beginning of superovulation reduced the embryonic viability rate and its removal by transvaginal aspiration guided by ultrasound induced embryonic viability rates similar to that observed in the absence of a DF.O presente estudo analisou o significado fisiológico do folículo dominante (FD) e sua remoção na resposta superovulatória de 42 vacas Nelore e testou a hipótese de que o número de folículos subordinados pequenos (3-8mm) poderia ser usado como critério único para a avaliação da presença ou ausência de um FD nos ovários. Exames ultra-sonográficos foram realizados dois dias antes do início do tratamento superovulatório (D0) e as vacas foram divididas em três grupos: grupo sem FD (SFD), grupo com FD (FD) e grupo com um FD aspirado (FDA). A resposta superovulatória das doadoras não diferiu entre os grupos, mas a taxa de viabilidade embrionária foi maior nos grupos SFD (69,40%) e FDA (68,99%) grupos, comparados ao FD (48,54%). O número de estruturas não fertilizadas não diferiu entre os grupos SFD e FD nem entre SFD e FDA, mas foi maior no grupo FD comparados ao FDA. Pode-se concluir que, em vacas Nelore, a determinação do número de folículos subordinados é um critério seguro para a avaliação da presença ou ausência de um FD nos ovários, mas erros poderiam ser evitados se apenas folículos de 4-8mm fossem considerados, e que a presença de um FD no início da superovulação reduz a taxa de viabilidade embrionária e sua remoção por aspiração transvaginal guiada por ultra-som induziu taxas de viablidade embrionárias semelhantes àquelas observadas na ausência de um FD.

A. Gradela; C.R. Esper; S.P.M. Matos; J.A. Lanza; L.A.G. Deragon; R.M. Malheiros

2000-01-01

 
 
 
 
41

Dominant follicle removal by ultrasound guided transvaginal aspiration and superovulatory response in Nellore cows/ Remoção do folículo dominante por aspiração transvaginal guiada por ultra-som e reposta superovulatória em vacas Nelore  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O presente estudo analisou o significado fisiológico do folículo dominante (FD) e sua remoção na resposta superovulatória de 42 vacas Nelore e testou a hipótese de que o número de folículos subordinados pequenos (3-8mm) poderia ser usado como critério único para a avaliação da presença ou ausência de um FD nos ovários. Exames ultra-sonográficos foram realizados dois dias antes do início do tratamento superovulatório (D0) e as vacas foram divididas em tr? (more) ?s grupos: grupo sem FD (SFD), grupo com FD (FD) e grupo com um FD aspirado (FDA). A resposta superovulatória das doadoras não diferiu entre os grupos, mas a taxa de viabilidade embrionária foi maior nos grupos SFD (69,40%) e FDA (68,99%) grupos, comparados ao FD (48,54%). O número de estruturas não fertilizadas não diferiu entre os grupos SFD e FD nem entre SFD e FDA, mas foi maior no grupo FD comparados ao FDA. Pode-se concluir que, em vacas Nelore, a determinação do número de folículos subordinados é um critério seguro para a avaliação da presença ou ausência de um FD nos ovários, mas erros poderiam ser evitados se apenas folículos de 4-8mm fossem considerados, e que a presença de um FD no início da superovulação reduz a taxa de viabilidade embrionária e sua remoção por aspiração transvaginal guiada por ultra-som induziu taxas de viablidade embrionárias semelhantes àquelas observadas na ausência de um FD. Abstract in english The present study analyzed the physiological significance of the dominant follicle (DF) and its removal on the superovulatory response of 42 Nellore cows and tested the hypothesis that the number of subordinate small follicles (3-8mm) could be used as a single criterion for the evaluation of the presence or absence of a DF in the ovaries. Ultrasonographic examinations were performed two days before the beginning of superovulatory treatment (D0) and the cows divided into t (more) hree groups: group without DF (NDF), group with a DF (DF) and group with an aspirated DF (ADF). The superovulatory response of the donors did not differ between groups, but the rate of embryonic viability was higher in NDF (69.40%) and ADF (68.99%) groups compared to DF (48.54%). The number of unfertilized structures did not differ between NDF and DF or between NDF and ADF groups, but was higher in DF compared to ADF. It is concluded that, in Nellore cows, the number of subordinate follicles is a safe criterion for the evaluation of the presence of a DF in the ovaries, but errors could be avoided if only 4-8mm follicles were considered, and that the presence of a DF at the beginning of superovulation reduced the embryonic viability rate and its removal by transvaginal aspiration guided by ultrasound induced embryonic viability rates similar to that observed in the absence of a DF.

Gradela, A.; Esper, C.R.; Matos, S.P.M.; Lanza, J.A.; Deragon, L.A.G.; Malheiros, R.M.

2000-02-01

42

Impacto econômico do intervalo de partos em rebanhos bovinos leiteiros Economic impact of calving interval on dairy cattle herds  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Conduziu-se esta pesquisa com o objetivo de avaliar e quantificar o impacto econômico do intervalo de partos em rebanhos de gado de leite. Foram simulados, no software Dimensionamento e Evolução de Rebanhos Bovinos, três rebanhos bovinos leiteiros, de um sistema de produção hipotético composto por 25 fêmeas, da raça holandesa, com média de produção diária de 15 kg, com idade ao primeiro parto de 30 meses, mantidas em 200 ha cultivados com pastagem de Brachiaria decumbens Stapf. com capacidade de suporte de 1UA/ha/ano. A equivalência entre as categorias animais utilizadas foram: matrizes 1,30; fêmeas de 0 - 1 ano 0,30; fêmea de 1-2 anos 0,71; fêmeas de 2-3 anos 1,01 UA/ha. Os três rebanhos possuiam as mesmas taxas de descarte (20%) e mortalidade (3% de 0 a 1 ano; 2% de a 1 a 2 anos e 1% de 2 a 3 anos) diferindo apenas as taxas de natalidade, quais sejam 100; 80 e 60%, para os casos 1; 2 e 3, respectivamente refletindo em intervalos de partos de 365, 510 e 657 dias. A simulação do impacto econômico foi realizada no aplicativo MS Excel®. O intervalo de partos, afetou diretamente a composição e a evolução do rebanho e influenciou a rentabilidade da atividade leiteira, sendo mais eficiente o índice de natalidade 100%, ou seja, intervalo de partos de 12 meses.The aim of this study was to quantify and evaluate the economic impact of calving interval on dairy herd. A simulation using a Dimensioning and Evolution of Bovine Herd software was conducted on three dairy herds from a hypothetical production system composed by 25 females of Holstein breed, having an average of 15 kg daily milk production, at an age of 30 months after the first calving, kept in a 200 ha Brachiaria decumbens Stapf. pasture presenting an 1AU/ha/year support capacity. The equivalence among the tested animal categories were: dam cows 1.30; females of 0-1 year 0.30; females of 1-2 years 0.71; females of 2-3 years 1.01n AU/ha. The three herds showed the same culling rates (20%) and mortality rates (3% for 0 to 1 year; 2% for 1 to 2 years and 1% for 2 to 3 years), only the birth rates differed, namely 100; 80 and 60% for the cases 1; 2 and 3, respectively as reflecting in calving intervals of 365, 510 and 657 days. The simulation of the economic impact was done by the MS Excel(r) applicative. Calving interval not only directly affected the herd composition and evolution but also influenced dairy business profitability, the most efficient birth rate was that of 100%, in other words, calving interval of 12 months.

Marcos Aurélio Lopes; Fabiana Alves Demeu; Glauber dos Santos; Milton Ghedini Cardoso

2009-01-01

43

Associação entre a remuneração da assistência ao parto e a prevalência de cesariana em maternidades do Rio de Janeiro: uma revisão da hipótese de Carlos Gentile de Mello/ The relationship between payment for childbirth care and prevalence of cesarean sections in maternity hospitals in Rio de Janeiro: a review of Carlos Gentile de Mello's hypothesis  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo do presente estudo foi comparar a prevalência de cesarianas em nove maternidades privadas, localizadas no Município do Rio de Janeiro nos anos de 1968 e 1993, procurando correlacionar a forma de pagamento com a prevalência de cesariana. Foram analisados 3.413 partos ocorridos em 1968 em nove maternidades que utilizavam a remuneração denominada "Regime de pagamento por unidade de serviço". Vinte e cinco anos depois, estas maternidades foram reanalisadas, a (more) presentando um total de 11.065 partos. Estes dados tiveram como fonte Gentile de Mello (1969) e o Relatório do Sistema de Informações de Nascidos Vivos da Secretaria Municipal de Saúde do Ria de Janeiro. Foi feita uma análise estatística da proporção de cesáreas nas duas épocas. Verificou-se um aumento estatisticamente significativo na prevalência de cesariana em 1993 em relação ao ano de 1968, apesar de haver igualdade (ou muito próximo a isso) no valor do pagamento pela assistência ao parto. O fim do regime de pagamento por unidade de serviço e a igualdade no valor pago pelo parto vaginal ou cesáreo não foram suficientes para a diminuição da prevalência de cesariana. Sugerimos que a forma de remuneração não determina isoladamente a elevada prevalência de cesárea, havendo outras variáveis influenciando tal fenômeno. Abstract in english The purpose of this study was to compare prevalence of cesarean sections in nine private maternity hospitals in the city of Rio de Janeiro in 1968 and 1993, seeking to correlate the form of payment with prevalence of cesareans. We analyzed 3,413 deliveries in 1968 in nine maternity hospitals, at a time when a form of payment called "per service unit" was used. Twenty-five years later, these same maternity hospitals were reanalyzed, with a total of 11,065 births. These dat (more) a were from Gentile de Mello (1968) and the Report from the Information System on Live Births, by the Rio de janeiro Municipal Health Secretariat. We performed a statistical analysis on the proportion of cesareans comparing the two years and observed a statistically significant increase in their prevalence in 1993 as compared to 1968, although payment was nearly equal for childbirth care in the two years. The elimination of the "per service unit" payment system and the implementation of equal payment for transvaginal and cesarean deliveries proved insufficient to decrease the prevalence of cesareans. We suggest that form of payment alone does not determine the high prevalence of cesarean sections, and that other variables are impacting this phenomenon.

Gentile, Francisco de Paula; Noronha Filho, Gerson; Cunha, Alfredo de Almeida

1997-04-01

44

Associação entre a remuneração da assistência ao parto e a prevalência de cesariana em maternidades do Rio de Janeiro: uma revisão da hipótese de Carlos Gentile de Mello The relationship between payment for childbirth care and prevalence of cesarean sections in maternity hospitals in Rio de Janeiro: a review of Carlos Gentile de Mello's hypothesis  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo do presente estudo foi comparar a prevalência de cesarianas em nove maternidades privadas, localizadas no Município do Rio de Janeiro nos anos de 1968 e 1993, procurando correlacionar a forma de pagamento com a prevalência de cesariana. Foram analisados 3.413 partos ocorridos em 1968 em nove maternidades que utilizavam a remuneração denominada "Regime de pagamento por unidade de serviço". Vinte e cinco anos depois, estas maternidades foram reanalisadas, apresentando um total de 11.065 partos. Estes dados tiveram como fonte Gentile de Mello (1969) e o Relatório do Sistema de Informações de Nascidos Vivos da Secretaria Municipal de Saúde do Ria de Janeiro. Foi feita uma análise estatística da proporção de cesáreas nas duas épocas. Verificou-se um aumento estatisticamente significativo na prevalência de cesariana em 1993 em relação ao ano de 1968, apesar de haver igualdade (ou muito próximo a isso) no valor do pagamento pela assistência ao parto. O fim do regime de pagamento por unidade de serviço e a igualdade no valor pago pelo parto vaginal ou cesáreo não foram suficientes para a diminuição da prevalência de cesariana. Sugerimos que a forma de remuneração não determina isoladamente a elevada prevalência de cesárea, havendo outras variáveis influenciando tal fenômeno.The purpose of this study was to compare prevalence of cesarean sections in nine private maternity hospitals in the city of Rio de Janeiro in 1968 and 1993, seeking to correlate the form of payment with prevalence of cesareans. We analyzed 3,413 deliveries in 1968 in nine maternity hospitals, at a time when a form of payment called "per service unit" was used. Twenty-five years later, these same maternity hospitals were reanalyzed, with a total of 11,065 births. These data were from Gentile de Mello (1968) and the Report from the Information System on Live Births, by the Rio de janeiro Municipal Health Secretariat. We performed a statistical analysis on the proportion of cesareans comparing the two years and observed a statistically significant increase in their prevalence in 1993 as compared to 1968, although payment was nearly equal for childbirth care in the two years. The elimination of the "per service unit" payment system and the implementation of equal payment for transvaginal and cesarean deliveries proved insufficient to decrease the prevalence of cesareans. We suggest that form of payment alone does not determine the high prevalence of cesarean sections, and that other variables are impacting this phenomenon.

Francisco de Paula Gentile; Gerson Noronha Filho; Alfredo de Almeida Cunha

1997-01-01

45

Estimation of genetic parameters for age at first calving and calving interval in Blanco Orejinegro (BON) breed cattle populations in Colombia/ Estimación de parámetros genéticos para edad al primer parto e intervalo entre partos en poblaciones bovinas de la raza Blanco Orejinegro (BON) en Colombia/ Estimação de parâmetros genéticos para idade ao primeiro parto e intervalo de partos em populações bovinas da raça Blanco Orejinegro (BON) na Colômbia  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Objetivo: estimar os parâmetros genéticos de idade ao primeiro parto (EPP) e do intervalo entre partos (IEP) em 22 populações bovinas da raça crioula colombiana Blanco Orejinegro. Métodos: foram utilizadas 1.256 e 3.803 dados para IPP e IEP respectivamente, obtidos entre os anos 1981 e 2010. Os componentes de (Co) variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita livre de derivadas com um modelo animal bicaracterístico. Resultados: as médias da EPP (more) e IEP foram 1.104 ± 141 días (36.8 ± 4.7 meses) e 487 ± 147 días (16.2 ± 4.9 meses), respectivamente. As herdabilidades obtidas nas análises foram de 0.15 e 0.13 para EPP e IEP respectivamente, com uma correlação genética de -0.43. Foram incluídos os efeitos fixos de ano de parto e rebanho para EPP, também foi analisado o efeito de ordem de parto e a covariável de idade da vaca ao parto para o IEP. Todos os efeitos incluídos na análise foram significativos sobre a variação do IEP. Conclusões: os valores obtidos no presente estúdio para estas características reprodutivas indicam que a selecção para intervalo entre parto e idade ao primeiro parto podem ter um efeito relativamente baixo, devido ao amplio efeito ambiental sobre a variação destes dois parâmetros nas populações desta raça. Abstract in spanish Objetivo: estimar los parámetros genéticos de la edad al primer parto (EPP) y del intervalo entre partos (IEP) en 22 poblaciones bovinas de la raza criolla colombiana Blanco Orejinegro. Métodos: se utilizaron 1.256 registros para EPP y 3.803 registros de IEP, obtenidos entre los años 1981 y 2010. Los componentes de (Co) varianza fueron estimados por máxima verosimilitud restringida libre de derivadas con un modelo animal bicaracterístico. Resultados: los promedios d (more) e la EPP y del IEP fueron de 1.104 ± 141 y 487 ± 147 días, respectivamente. Las heredabilidades obtenidas en el análisis fueron de 0.15 y 0.13 para EPP e IEP, respectivamente, con una correlación genética de -0.43. Se evaluaron los efectos fijos de año de nacimiento y hato para la EPP, también fue incluido el orden de parto y la covariable edad de la vaca al parto en el análisis del IEP, los cuales todos tuvieron una influencia significativa sobre la variación de este parámetro. Conclusiones: los valores obtenidos para estas características reproductivas en el presente estudio, indican que la selección para intervalo entre parto y edad al primer parto puede tener un efecto relativamente bajo, debido al amplio efecto ambiental sobre la variación de estos dos parámetros en las poblaciones de esta raza. Abstract in english Objective: to estimate genetic parameters for age at first calving (AFC) and calving interval (CI) in 22 herds of Blanco Orejinegro cattle in Colombia. Methods: a total of 1,256 records for AFC and 3,803 for CI, obtained between years 1981 and 2010 were analyzed. The (Co) variances components were estimated by a derivative-free restricted maximum likelihood procedure in a bi-trait animal model. Results: average of AFC and CI were 1,104 ± 141 and 487 ± 147 da (more) ys, respectively. Heritabilities were 0.15 and 0.13 for AFC and CI, respectively, with -0.43 genetic correlation. The herd and year of birth were included as fixed effects for the AFC, while parity number and the covariate age of dam at farrow were analyzed for CI. All the effects had a significant influence over the CI variance. Conclusions: the values obtained for these traits indicate that selection for calving interval and age at first calving may have a relatively low impact, due to the large environmental effect on the variation of both parameters in these breed populations.

M-Rocha, Juan F; Gallego, Jaime L; Vásquez, Rodrigo F; Pedraza, Jorge A; Echeverri, Julián; Cerón-Muñoz, Mario F; Martínez, Rodrigo

2012-06-01

46

Estimación de parámetros genéticos para edad al primer parto e intervalo entre partos en poblaciones bovinas de la raza Blanco Orejinegro (BON) en Colombia Estimação de parâmetros genéticos para idade ao primeiro parto e intervalo de partos em populações bovinas da raça Blanco Orejinegro (BON) na Colômbia Estimation of genetic parameters for age at first calving and calving interval in Blanco Orejinegro (BON) breed cattle populations in Colombia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objetivo: estimar los parámetros genéticos de la edad al primer parto (EPP) y del intervalo entre partos (IEP) en 22 poblaciones bovinas de la raza criolla colombiana Blanco Orejinegro. Métodos: se utilizaron 1.256 registros para EPP y 3.803 registros de IEP, obtenidos entre los años 1981 y 2010. Los componentes de (Co) varianza fueron estimados por máxima verosimilitud restringida libre de derivadas con un modelo animal bicaracterístico. Resultados: los promedios de la EPP y del IEP fueron de 1.104 ± 141 y 487 ± 147 días, respectivamente. Las heredabilidades obtenidas en el análisis fueron de 0.15 y 0.13 para EPP e IEP, respectivamente, con una correlación genética de -0.43. Se evaluaron los efectos fijos de año de nacimiento y hato para la EPP, también fue incluido el orden de parto y la covariable edad de la vaca al parto en el análisis del IEP, los cuales todos tuvieron una influencia significativa sobre la variación de este parámetro. Conclusiones: los valores obtenidos para estas características reproductivas en el presente estudio, indican que la selección para intervalo entre parto y edad al primer parto puede tener un efecto relativamente bajo, debido al amplio efecto ambiental sobre la variación de estos dos parámetros en las poblaciones de esta raza.Objetivo: estimar os parâmetros genéticos de idade ao primeiro parto (EPP) e do intervalo entre partos (IEP) em 22 populações bovinas da raça crioula colombiana Blanco Orejinegro. Métodos: foram utilizadas 1.256 e 3.803 dados para IPP e IEP respectivamente, obtidos entre os anos 1981 e 2010. Os componentes de (Co) variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita livre de derivadas com um modelo animal bicaracterístico. Resultados: as médias da EPP e IEP foram 1.104 ± 141 días (36.8 ± 4.7 meses) e 487 ± 147 días (16.2 ± 4.9 meses), respectivamente. As herdabilidades obtidas nas análises foram de 0.15 e 0.13 para EPP e IEP respectivamente, com uma correlação genética de -0.43. Foram incluídos os efeitos fixos de ano de parto e rebanho para EPP, também foi analisado o efeito de ordem de parto e a covariável de idade da vaca ao parto para o IEP. Todos os efeitos incluídos na análise foram significativos sobre a variação do IEP. Conclusões: os valores obtidos no presente estúdio para estas características reprodutivas indicam que a selecção para intervalo entre parto e idade ao primeiro parto podem ter um efeito relativamente baixo, devido ao amplio efeito ambiental sobre a variação destes dois parâmetros nas populações desta raça.Objective: to estimate genetic parameters for age at first calving (AFC) and calving interval (CI) in 22 herds of Blanco Orejinegro cattle in Colombia. Methods: a total of 1,256 records for AFC and 3,803 for CI, obtained between years 1981 and 2010 were analyzed. The (Co) variances components were estimated by a derivative-free restricted maximum likelihood procedure in a bi-trait animal model. Results: average of AFC and CI were 1,104 ± 141 and 487 ± 147 days, respectively. Heritabilities were 0.15 and 0.13 for AFC and CI, respectively, with -0.43 genetic correlation. The herd and year of birth were included as fixed effects for the AFC, while parity number and the covariate age of dam at farrow were analyzed for CI. All the effects had a significant influence over the CI variance. Conclusions: the values obtained for these traits indicate that selection for calving interval and age at first calving may have a relatively low impact, due to the large environmental effect on the variation of both parameters in these breed populations.

Juan F M-Rocha; Jaime L Gallego; Rodrigo F Vásquez; Jorge A Pedraza; Julián Echeverri; Mario F Cerón-Muñoz; Rodrigo Martínez

2012-01-01

47

Estimulação hormonal, punção folicular transvaginal e avaliação ovocitária em bezerras pré-púberes da raça Nelore (Bos taurus indicus) Hormonal stimulation and ultrasound guided transvaginal follicle aspiration and oocyte recovery in Nelore (Bos taurus indicus) prepubertal calves  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O uso de bezerras pré-púberes como doadoras de ovócitos oferece um considerável potencial para acelerar o ganho genético através da diminuição do intervalo de gerações, além de incrementar o aproveitamento de fêmeas bovinas de alto valor genético. Os objetivos deste estudo foram analisar o efeito da idade e do tratamento estimulatório com gonadotrofinas sobre a resposta folicular, a taxa de recuperação, a produção e a avaliação morfológica de ovócitos colhidos em bezerras da raça nelore (B. t. indicus) a partir de 10 meses de idade. As bezerras foram distribuídas aleatoriamente em três grupos (n=4) e receberam tratamentos hormonais distintos, repetidos nos mesmos animais nos três períodos, aos 10, 11 e 12 meses de idade. No dia zero (D0), todas as bezerras receberam um implante intravaginal de progesterona e, em D1, 2 mg de benzoato de estradiol intramuscular (im). Em D6, deu-se início à diferenciação dos tratamentos (T): T1- 120 UI de FSH, divididos em quatro aplicações im a cada 12 horas; T2 - 120 UI de FSH, em uma única aplicação subcutânea (sc), mais 300 UI de eCG sc, T3 - sem tratamento estimulatório. No D8, o implante de progesterona foi retirado e a punção folicular transvaginal, guiada por ultra-som (PFTV), foi realizada no D9. Dos 402 ovócitos coletados, 53 foram desnudados e medidos, incluindo a zona pelúcida, encontrando-se um diâmetro médio de 153,38 (8,06) mm. Não houve diferença significativa entre os tratamentos e entre as idades para quantidade de folículos > 3 mm, de ovócitos recuperados e de ovócitos viáveis. A média de ovócitos recuperados e ovócitos viáveis para cada tratamento foi: T1- 11,08 (6,20) e 59,58% (25,80), T2- 12,75 (8,04) e 66,02% (36,71), T3 - 9,66 (8,15) e 51,51% (30,69), respectivamente. O valor médio da taxa de recuperação foi de 78,70%. O uso de FSH e FSH + eCG não aumentou significantemente a quantidade de folículos > 3 mm no momento da PFTV, assim como dos ovócitos recuperados e viáveis aos 10, 11 e 12 meses de idade.The use of pre-pubertal calves as oocyte donors offers a considerable potential to increase the genetic gain lowering the generations interval, as well as increase the usage of bovine females with high genetic value. The objectives of this study were to analyze the effect of age and of the stimulatory treatment with gonadotropins in the follicular response, the recovery rate, quantity and quality of oocytes of the prepubertal Nelore (B. t. indicus) calves. Twelve Nelore prepubertal females were stimulated with gonadotrophin hormone and were submitted to ultrasound guided transvaginal oocyte recovery (OPU) at 10, 11 and 12 months of age. Before OPU the females were randomly distributed into three treatment groups (n=4), which consist of different protocols of ovarian super stimulation. For all treatments the animals on day zero (D0) received one intravaginal progesterone implant (CIDR-G®) and on D1, 2 mg of estradiol benzoate im (Estrogin®). The stimulatory treatment began on D6 according to the following treatments: T1-120 IU of FSH (Foltropin®), divided in 4 im injections with 12 hours interval; T2-120 IU of FSH in one sc application plus 300 IU of eCG (Folligon®) on D6; T3 - without stimulatory treatment (control). At D8 the CIDR-G®was removed and OPU was performed on D9. Among the 402 oocytes retrieved, 53 were denuded and measured (including the pellucid zone) where a mean diameter of 153.38 ± 8.06 mm was obtained. No significant difference was detected among treatments and among ages for the quantity of follicles > 3 mm, quantity of oocytes recovery and quantity of oocytes morphologically viable. The mean of recovery oocytes and viable oocytes for each treatment was T1- 11.08 (6.20) and 59.58% (25.80), T2 - 12.75 (8.04) and 66.02% (36.71), T3 - 9.66 (8.15) and 51.51% (30.69), respectively. The mean value of recovery rate was 78.70%. The use of FSH or FSH + eCG does not increase significantly the amount of follicles > 3 mm at the OPU moment, as well as the total and viable o

Marilia Viviane Snel-Oliveira; Daniela Costa Pereira; Danilo Malagoli Junior; Rodolfo Rumpf

2003-01-01

48

Estimulação hormonal, punção folicular transvaginal e avaliação ovocitária em bezerras pré-púberes da raça Nelore (Bos taurus indicus)/ Hormonal stimulation and ultrasound guided transvaginal follicle aspiration and oocyte recovery in Nelore (Bos taurus indicus) prepubertal calves  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O uso de bezerras pré-púberes como doadoras de ovócitos oferece um considerável potencial para acelerar o ganho genético através da diminuição do intervalo de gerações, além de incrementar o aproveitamento de fêmeas bovinas de alto valor genético. Os objetivos deste estudo foram analisar o efeito da idade e do tratamento estimulatório com gonadotrofinas sobre a resposta folicular, a taxa de recuperação, a produção e a avaliação morfológica de ovócito (more) s colhidos em bezerras da raça nelore (B. t. indicus) a partir de 10 meses de idade. As bezerras foram distribuídas aleatoriamente em três grupos (n=4) e receberam tratamentos hormonais distintos, repetidos nos mesmos animais nos três períodos, aos 10, 11 e 12 meses de idade. No dia zero (D0), todas as bezerras receberam um implante intravaginal de progesterona e, em D1, 2 mg de benzoato de estradiol intramuscular (im). Em D6, deu-se início à diferenciação dos tratamentos (T): T1- 120 UI de FSH, divididos em quatro aplicações im a cada 12 horas; T2 - 120 UI de FSH, em uma única aplicação subcutânea (sc), mais 300 UI de eCG sc, T3 - sem tratamento estimulatório. No D8, o implante de progesterona foi retirado e a punção folicular transvaginal, guiada por ultra-som (PFTV), foi realizada no D9. Dos 402 ovócitos coletados, 53 foram desnudados e medidos, incluindo a zona pelúcida, encontrando-se um diâmetro médio de 153,38 (8,06) mm. Não houve diferença significativa entre os tratamentos e entre as idades para quantidade de folículos > 3 mm, de ovócitos recuperados e de ovócitos viáveis. A média de ovócitos recuperados e ovócitos viáveis para cada tratamento foi: T1- 11,08 (6,20) e 59,58% (25,80), T2- 12,75 (8,04) e 66,02% (36,71), T3 - 9,66 (8,15) e 51,51% (30,69), respectivamente. O valor médio da taxa de recuperação foi de 78,70%. O uso de FSH e FSH + eCG não aumentou significantemente a quantidade de folículos > 3 mm no momento da PFTV, assim como dos ovócitos recuperados e viáveis aos 10, 11 e 12 meses de idade. Abstract in english The use of pre-pubertal calves as oocyte donors offers a considerable potential to increase the genetic gain lowering the generations interval, as well as increase the usage of bovine females with high genetic value. The objectives of this study were to analyze the effect of age and of the stimulatory treatment with gonadotropins in the follicular response, the recovery rate, quantity and quality of oocytes of the prepubertal Nelore (B. t. indicus) calves. Twelve Nelore p (more) repubertal females were stimulated with gonadotrophin hormone and were submitted to ultrasound guided transvaginal oocyte recovery (OPU) at 10, 11 and 12 months of age. Before OPU the females were randomly distributed into three treatment groups (n=4), which consist of different protocols of ovarian super stimulation. For all treatments the animals on day zero (D0) received one intravaginal progesterone implant (CIDR-G®) and on D1, 2 mg of estradiol benzoate im (Estrogin®). The stimulatory treatment began on D6 according to the following treatments: T1-120 IU of FSH (Foltropin®), divided in 4 im injections with 12 hours interval; T2-120 IU of FSH in one sc application plus 300 IU of eCG (Folligon®) on D6; T3 - without stimulatory treatment (control). At D8 the CIDR-G®was removed and OPU was performed on D9. Among the 402 oocytes retrieved, 53 were denuded and measured (including the pellucid zone) where a mean diameter of 153.38 ± 8.06 mm was obtained. No significant difference was detected among treatments and among ages for the quantity of follicles > 3 mm, quantity of oocytes recovery and quantity of oocytes morphologically viable. The mean of recovery oocytes and viable oocytes for each treatment was T1- 11.08 (6.20) and 59.58% (25.80), T2 - 12.75 (8.04) and 66.02% (36.71), T3 - 9.66 (8.15) and 51.51% (30.69), respectively. The mean value of recovery rate was 78.70%. The use of FSH or FSH + eCG does not increase significantly the amount of follicles

Snel-Oliveira, Marilia Viviane; Pereira, Daniela Costa; Malagoli Junior, Danilo; Rumpf, Rodolfo

2003-02-01

49

Abordagem espacial dos partos prematuros em Taubaté, SP/ Spatial analysis of premature delivery in Taubaté, SP, Brazil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Identificar o padrão espacial para a taxa de prematuridade em Taubaté, SP. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório com dados de nascidos vivos com idade gestacional entre 22 e 36 semanas do município de Taubaté, SP, no ano de 2003. A análise espacial utilizou o programa TerraView, com abordagem pelo índice de Moran global (IM) para os nascimentos prematuros, de acordo com idade da mãe (menores de 20 e maiores de 34 anos) e escolaridade materna (ensino m (more) édio incompleto). Os casos de partos prematuros foram tratados sob a forma de contagem para cada setor censitário; construíram-se mapas temáticos para cada situação, além do BoxMap, que identifica as regiões que necessitam de intervenção na assistência à saúde. RESULTADOS: Foram 3.914 nascidos vivos no ano de 2003, sendo 281 prematuros (7,2%). O IM para partos prematuros foi de 0,07, (p=0,02), mostrando uma correlação espacial em determinadas regiões do município. Para a idade materna, obteve-se IM=0,03 (p=0,20); para a escolaridade da mãe, IM=0,13 (p=0,01). O BoxMap mostrou 32 setores censitários que necessitam de intervenção. CONCLUSÕES: A abordagem espacial identificou o padrão geográfico para o parto prematuro no município de Taubaté, tratando-se de ferramenta que permite o planejamento da assistência neonatal. Abstract in english OBJECTIVE: To identify the spatial pattern for prematurity rate in Taubaté, SP Brazil. METHODS: Exploratory ecological study of live births with gestational ages between 22 and 36 weeks, from the city of Taubaté, SP, in 2003. The spatial analysis used the software TerraView, and the of Moran's index (IM) for preterm births, according to mother's age (younger than 20 years old and over 34 years old) and maternal education (incomplete high school). The cases of premature (more) deliveries were treated by counts for each census sector; thematic maps were built for each situation, the BoxMap identified areas that need health care intervention. RESULTS: There were 3,914 live births in 2003, and 281 preterm infants (7.2%). The IM for preterm deliveries was 0.07, (p=0.02), showing a spatial correlation in certain regions of the municipality. The IM for maternal age was 0.03, (p=0.20), and for mother's education, 0.13 (p=0.01). The BoxMap showed 32 census sectors that require intervention. CONCLUSIONS: The spatial approach has identified a geographic pattern for premature deliveries in the city of Taubaté. The use of this tool may help planning neonatal care.

Paulucci, Ruth Sampaio; Nascimento, Luiz Fernando C; Schulze, Carolina Amorim

2011-09-01

50

Spontaneous transvaginal bowel evisceration.  

Science.gov (United States)

Transvaginal prolapse of bowel segments after major abdominal surgery is of rare occurrence and is commonly reported to follow after hysterectomy and enterocele repair. However, spontaneous bowel evisceration through vagina following cystectomy is even rare. We report and discuss a case of spontaneous transvaginal bowel evisceration in a postmenopausal woman with the intent of increasing its awareness among surgeons and proposing a precautionary measure for this entity. PMID:23956518

Chhabra, Sarabjeet; Hegde, Padmaraj

2013-04-01

51

Spontaneous transvaginal bowel evisceration.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

Transvaginal prolapse of bowel segments after major abdominal surgery is of rare occurrence and is commonly reported to follow after hysterectomy and enterocele repair. However, spontaneous bowel evisceration through vagina following cystectomy is even rare. We report and discuss a case of spontaneous transvaginal bowel evisceration in a postmenopausal woman with the intent of increasing its awareness among surgeons and proposing a precautionary measure for this entity.

Chhabra S; Hegde P

2013-04-01

52

Perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a teaching hospital Resultado perinatal de gestações gemelares com parto em hospital universitário  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJECTIVE: This study aimed to evaluate the perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a tertiary teaching hospital according to chorionicity. METHODS: A retrospective study involving 289 twin pregnancies delivered from January 2003 to December 2006 was carried out. Maternal and perinatal data were obtained from hospital charts and delivery logs. Chorionicity was determined by ultrasonography or histopathological study. RESULTS: Incidence of twin gestations was 3.4% and 96.4% were spontaneously conceived. 60.5% were dichorionic (DC), 30.8% of monochorionic diamniotic (MCDA), 6.6% monochorionic monoamniotic (MCMA) and for 2.1% chorionicity was unknown. The mean gestation age at delivery was respectively 35.4, 33.6, 32.9 for DC, MCDA and MCMA. The mean birth weight was 2.171, 1.832 and 1.760 g respectively for DC, MC and MCMA. The proportion of fetuses delivered with less than 34 weeks in DC was of 21.7%, while in MCDA it was of 39.3% and in MCMA of 42.1%. Birth weight below the 10th centile occurred in 15.7% for DC, 22.5% for MCDA and 26.3% in MCMA. Congenital anomalies were observed in 21.3% in monochorionic and in 7.4% in the dichorionic. Lenght of hospital stay was shorter for DC when compared to MCDA and MCMA twins (13.1, 17.3 and 23.3 days, respectively). The proportion of twin pregnancies with both babies discharged alive were 85.7% in DC and 61.1% in MC. CONCLUSION: The rate of preterm deliveries and low birth weight is higher in monochorionic pregnancies when compared to dichorionic twins. However, when adjusted for complications such as fetal abnormalities and twin-twin transfusion syndrome, double survival rates were similar in the two groups.OBJETIVO: Avaliar o resultado perinatal nas gestações gemelares com partos em hospital universitário segundo a corionicidade. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 289 gestações gemelares com partos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2006. Os dados maternos e fetais foram obtidos através dos livros de parto e dos prontuários da instituição. A corionicidade foi determinada pela ultrassonografia ou pelo exame anatomopatológico. RESULTADOS: A incidência de gestação gemelar foi de 3,4% sendo 96,6% naturalmente concebidas. Dos 578 conceptos, 60,5% eram de gestações dicoriônicas (DC), 30,8% monocoriônicas diamnióticas (MCDA), 6,6% monocoriônicas monoamnióticas (MCMA) e em 2,1% a corionicidade era desconhecida. A idade gestacional (IG) média do parto foi de 34,6 semanas (DP= 3,9) e o peso médio ao nascimento foi de 2.031g (DP= 693). Nas gestações DC a IG média foi de 35,4 semanas (DP=3,5); MCDA foi de 33,6 (DP=3,9) e nas MCMA foi de 32,9 (DP= 4,5), sendo estatisticamente significativo. O peso médio ao nascer foi 2.171g, 1.832g e 1.760g, respectivamente, para as gestações DC, MCDC e MCMA. A proporção de fetos com IG no parto abaixo de 34 semanas nas gestações DC foi de 21,7% enquanto nas MCDA foi de 39,3% e nas MCMA foi de 42,1%. A frequência de fetos abaixo do percentil 10 para gêmeos foi 15,7% DC, 22,5% MCDA e 26,3% nas MCMA. As malformações fetais foram observadas em 21,3% das monocoriônicas e em 7,4% nas dicoriônicas. O período de hospitalização foi menor nas dicorionicas quando comparadas com as MCDA e MCMA (17,1; 17,3 e 23,3 dias, respectivamente). A porcentagem de alta hospitalar de ambos os recém-nascidos com vida foi maior nas gestações DC (85,7%) do que nas gestações MC (61,1%), porém quando excluídas as complicações (malformações fetais e a síndrome da transfusão feto-fetal) a sobrevida de ambos os recém-nascidos nas MC foi de 80%. CONCLUSÃO: A idade gestacional do parto, o peso ao nascimento e a restrição do crescimento fetal são significativamente menores nas gestações monocoriônicas. A chance de o casal levar para casa dois filhos vivos é semelhante nas gestações dicoriônicas e nas monocoriônicas na ausência de complicações. Porém, na presença de malformações e da síndrome da tran

Renata Almeida de Assunção; Adolfo Wenjaw Liao; Maria de Lourdes Brizot; Vera Lúcia Jornada Krebs; Marcelo Zugaib

2010-01-01

53

Perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a teaching hospital/ Resultado perinatal de gestações gemelares com parto em hospital universitário  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Avaliar o resultado perinatal nas gestações gemelares com partos em hospital universitário segundo a corionicidade. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 289 gestações gemelares com partos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de janeiro de 2003 a dezembro de 2006. Os dados maternos e fetais foram obtidos através dos livros de parto e dos prontuários da instituição. A corionicidade foi determinada pela (more) ultrassonografia ou pelo exame anatomopatológico. RESULTADOS: A incidência de gestação gemelar foi de 3,4% sendo 96,6% naturalmente concebidas. Dos 578 conceptos, 60,5% eram de gestações dicoriônicas (DC), 30,8% monocoriônicas diamnióticas (MCDA), 6,6% monocoriônicas monoamnióticas (MCMA) e em 2,1% a corionicidade era desconhecida. A idade gestacional (IG) média do parto foi de 34,6 semanas (DP= 3,9) e o peso médio ao nascimento foi de 2.031g (DP= 693). Nas gestações DC a IG média foi de 35,4 semanas (DP=3,5); MCDA foi de 33,6 (DP=3,9) e nas MCMA foi de 32,9 (DP= 4,5), sendo estatisticamente significativo. O peso médio ao nascer foi 2.171g, 1.832g e 1.760g, respectivamente, para as gestações DC, MCDC e MCMA. A proporção de fetos com IG no parto abaixo de 34 semanas nas gestações DC foi de 21,7% enquanto nas MCDA foi de 39,3% e nas MCMA foi de 42,1%. A frequência de fetos abaixo do percentil 10 para gêmeos foi 15,7% DC, 22,5% MCDA e 26,3% nas MCMA. As malformações fetais foram observadas em 21,3% das monocoriônicas e em 7,4% nas dicoriônicas. O período de hospitalização foi menor nas dicorionicas quando comparadas com as MCDA e MCMA (17,1; 17,3 e 23,3 dias, respectivamente). A porcentagem de alta hospitalar de ambos os recém-nascidos com vida foi maior nas gestações DC (85,7%) do que nas gestações MC (61,1%), porém quando excluídas as complicações (malformações fetais e a síndrome da transfusão feto-fetal) a sobrevida de ambos os recém-nascidos nas MC foi de 80%. CONCLUSÃO: A idade gestacional do parto, o peso ao nascimento e a restrição do crescimento fetal são significativamente menores nas gestações monocoriônicas. A chance de o casal levar para casa dois filhos vivos é semelhante nas gestações dicoriônicas e nas monocoriônicas na ausência de complicações. Porém, na presença de malformações e da síndrome da transfusão feto-fetal, esta chance se reduz para 60%, sendo pior nas monocoriônica monoamnóticas. Abstract in english OBJECTIVE: This study aimed to evaluate the perinatal outcome of twin pregnancies delivered in a tertiary teaching hospital according to chorionicity. METHODS: A retrospective study involving 289 twin pregnancies delivered from January 2003 to December 2006 was carried out. Maternal and perinatal data were obtained from hospital charts and delivery logs. Chorionicity was determined by ultrasonography or histopathological study. RESULTS: Incidence of twin gestations was 3. (more) 4% and 96.4% were spontaneously conceived. 60.5% were dichorionic (DC), 30.8% of monochorionic diamniotic (MCDA), 6.6% monochorionic monoamniotic (MCMA) and for 2.1% chorionicity was unknown. The mean gestation age at delivery was respectively 35.4, 33.6, 32.9 for DC, MCDA and MCMA. The mean birth weight was 2.171, 1.832 and 1.760 g respectively for DC, MC and MCMA. The proportion of fetuses delivered with less than 34 weeks in DC was of 21.7%, while in MCDA it was of 39.3% and in MCMA of 42.1%. Birth weight below the 10th centile occurred in 15.7% for DC, 22.5% for MCDA and 26.3% in MCMA. Congenital anomalies were observed in 21.3% in monochorionic and in 7.4% in the dichorionic. Lenght of hospital stay was shorter for DC when compared to MCDA and MCMA twins (13.1, 17.3 and 23.3 days, respectively). The proportion of twin pregnancies with both babies discharged alive were 85.7% in DC and 61.1% in MC. CONCLUSION: The rate of preterm deliveries and low birth weight is higher in monochorionic pregnancies when compared to dichorionic twins. How

Assunção, Renata Almeida de; Liao, Adolfo Wenjaw; Brizot, Maria de Lourdes; Krebs, Vera Lúcia Jornada; Zugaib, Marcelo

2010-01-01

54

Aspectos ultra-sonográficos e prevalência da tireoidite pós-parto em gestantes sem disfunção tireóidea atendidas em hospital público de São Paulo  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Avaliamos prospectivamente a função, as imagens ultra-sonográficas e a auto-imunidade tireóidea em grupo racial heterogêneo de 800 mulheres grávidas, primíparas ou multíparas (1 a 7 gestações prévias) atendidas em hospital universitário de São Paulo durante o pré-natal. Quarenta e seis pacientes foram excluídas do estudo por apresentarem diagnóstico confirmado de doença tireóidea anterior; das 754 restantes, 386 abandonaram o seguimento antes ou após o parto. Assim, a coorte avaliada no puerpério constituiu-se de 368 puérperas, examinadas aos 3, 6, 12 meses e no 2º ano pós-parto. Embora 29 pacientes tenham tido aumento transitório daqueles anticorpos antitireóideos, caracterizando reação de auto-imunidade, estes progressivamente declinaram ou tornaram-se negativos durante o puerpério. Entretanto, nenhuma destas evoluiu com disfunção tireóidea durante o acompanhamento. Quarenta e nove pacientes (13,3%) desenvolveram progressivamente alterações funcionais da tireóide (principalmente hipotireoidismo), provavelmente devido à TPP. Além disso, a continuação do seguimento mostrou que em 18 a 24 meses, 42 mostraram níveis séricos de anti-TPO mais elevados, em comparação aos valores do primeiro ano. Os fatores de risco para o desenvolvimento da TPP, presentes durante a gravidez, foram: (1) níveis relativamente baixos de anti-TPO, entre 60 e 100U/mL [risco relativo ou odds ratio de 3,1] e (2) alterações estruturais ultra-sonográficas da tireóide no primeiro trimestre [odds ratio de 6,4]. Concluímos que a prevalência de TPP em hospital público de São Paulo foi de 13,3%, considerando as 368 pacientes seguidas. Em 29 puérperas foi diagnosticada forma transitória de reação tireóidea auto-imune, caracterizada por elevação dos níveis séricos de anti-TPO, que posteriormente regrediram.

Barca Maria Fernanda; Knobel Meyer; Tomimori Eduardo; Cárdia Maria Silvia; Zugaib Marcelo; Medeiros-Neto Geraldo

2001-01-01

55

Parto vertical em hospital universitário: série histórica, 1996 a 2005/ Vertical-position births at a University Hospital: a time-series study, 1996 to 2005  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: descrever a evolução do número de partos horizontais e verticais na maternidade do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, e avaliar a associação dos mesmos com a taxa de cesárea, de internações dos recém-nascidos em unidade de tratamento intensivo e semi-intensivo e as transfusões sanguíneas maternas. MÉTODOS: estudo descritivo -série histórica. Foram incluídos todos os partos, as internações dos recémnascidos na Unidade d (more) e Terapia Intensiva e as transfusões sanguíneas maternas ocorridas de 1996 até 2005. Para testar as tendências, utilizou-se o método de Prais-Winsten para regressão linear generalizada. RESULTADOS: em 1996 a porcentagem de partos verticais era 5,4% e em 2005 foi 52,3%. A variação média anual dos partos verticais foi de +20,8% (p=0,007) e dos partos horizontais de -15,2% (p Abstract in english OBJECTIVES: to describe the evolution of the number of horizontal and vertical births in the maternity ward of the University Hospital of the Federal University of Santa Catarina, Brazil and to evaluate their correlation with the rates for caesarian, for transfer of newborns to intensive and semi-intensive care units, and maternal blood transfusions. METHODS: a time-series study. All births resulting in newborns being transferred to the Intensive Care Unit, and the matern (more) al blood transfusions obstetrics ward between 1996 and 2005 were included in this study. In order to test the tendencies, the Prais-Winsten generalized linear regression method was used. RESULTS: in 1996 the percentage for vertical births was 5.4% and in 2005 52.3%. The average annual variance for vertical births was +20.8% (p=0.007), and for horizontal births -15.2% (p

Brüggemann, Odaléa Maria; Knobel, Roxana; Siebert, Eli Rodrigues Camargo; Boing, Antônio Fernando; Andrezzo, Halana Faria de Aguiar

2009-06-01

56

Indução de partos em suínos: uso de cloprostenol associado com ocitocina ou carbetocina Farrowing induction in swine: use of cloprostenol associated with oxytocin or carbetocin  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de um análogo sintético da PGF2 (cloprostenol sodico), associado à ocitocina ou carbetocina, sobre a eficiência da indução ao parto em suínos. O experimento I foi realizado com 284 fêmeas, distribuídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,100mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina; solução salina (NaCl 0,9%). No experimento II, foram utilizadas 276 fêmeas, distribuídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,10mg de carbetocina; cloprostenol e 0,05mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina. A indução do parto foi realizada aos 113 dias de gestação, pela aplicação de 0,175mg de cloprostenol, via submucosa vulvar. A carbetocina ou a ocitocina foram aplicadas 24h após a aplicação de cloprostenol, pela via intramuscular. O intervalo indução-parto foi menor (P0,05) entre os tratamentos. A utilização de ocitócitos, em associação com cloprostenol, resulta em partos antecipados e mais sincronizados. O uso associado de cloprostenol e carbetocina reduz o tempo de parto e 99% ou mais dos partos ocorrem em até quatro horas após a aplicação de carbetocina, independentemente da dose utilizada.The aim of the present study was to evaluate the effect of a synthetic analogue of PGF2 (sodium cloprostenol) associated to carbetocin or oxytocin on the efficiency of farrowing induction in swine. In Experiment I, 284 females were distributed in four treatments: - cloprostenol; - cloprostenol and 0.10mg of carbetocin; - cloprostenol and 10UI of oxytocin; and saline solution. In Experiment II, 276 females were distributed in four treatments: cloprostenol; cloprostenol and 0.10mg of carbetocin; cloprostenol and 0.05mg of carbetocin; and cloprostenol and 10UI of oxytocin. Farrowing induction was performed at 113 days of gestation using an injection of 0.175mg cloprostenol by vulvar submucosal route. Carbetocin or oxytocin was administered 24h after cloprostenol, by intramuscular route. The interval induction-farrowing was shorter (P0.05) in stillbirth rate among treatments. The use of oxytocic drugs, in association with cloprostenol, results in anticipated and more synchronized farrowings. Following the use of carbetocin in association with cloprostenol, occurs a reduction in farrowing length and 99% or more of farrowings take place within 4h after carbetocin administration, regardless of the dose used.

Neimar Bonfanti Gheller; Danielle Gava; Mônica Santi; Tiago José Mores; Mari Lourdes Bernardi; David Emilio Santos Neves de Barcellos; Ivo Wentz; Fernando Pandolfo Bortolozzo

2011-01-01

57

Programa hormonal associado ao desmame temporário, na indução de ovulação em vacas de corte durante o pós-parto  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este experimento foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de tratamentos hormonais, associados ao desmame temporário, na indução de ovulação após o parto, em fêmeas de corte criadas extensivamente. Foram utilizadas 143 vacas (Hereford e cruzas Hereford x Nelore), pluríparas, entre 50 e 70 dias após o parto, com condição corporal (CC) 2 e 3 (1-5). O grupo SEMED (somatotropina, estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame) foi constituído por 50 vacas, as quais receberam (dia 0) 500mg de somatotropina bovina recombinante (bST-r), 5mg de benzoato de estradiol e um pessário intravaginal contendo 250mg de acetato de medróxiprogesterona (MAP) e, seis dias após, (dia 6) 500UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG). No momento da retirada dos pessários (dia 7), os terneiros foram separados totalmente das vacas por 96h. No grupo EMED (estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame), constituído de 48 vacas, adotou-se um tratamento semelhante ao do grupo anterior, diferindo apenas na não utilização da somatotrofina. No grupo CONTROLE, 43 vacas foram unicamente separadas dos seus filhos por 96h. Logo após a retirada dos pessários vaginais e de realizado o aparte dos terneiros, as vacas foram colocadas em um piquete com touros (1:10). Após 53 dias, foi realizado o diagnóstico de gestação por palpação retal e ultra-sonografia, para detectar as vacas que conceberam no estro subseqüente aos tratamentos. Obtiveram-se índices de prenhez de 11,1% , 38,0% e 56,2% respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED, cujas diferenças foram significativas (p<0,0001) entre os grupos. No grupo SEMED, a CC das vacas interferiu no tratamento, pois foi observada superioridade (p < 0,01) nos índices de prenhez de vacas com CC 3 quando comparadas com vacas em CC 2. Essa diferença não foi verificada nos demais grupos. Os resultados também demonstraram que os tratamentos agiram de maneira diferenciada em vacas com CC 2, com percentuais de prenhez de 12,5, 32,2 e 55,5%, respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED (SEMED vs CONTROLE = p<0,01; SEMED vs EMED = p<0,01; CONTROLE vs EMED = p<0,0001). Os índices de prenhez das vacas com CC 3 foram 10,5 , 50,0 e 55,0%, respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED e indicaram diferença (p<0,0001) entre os dois grupos e o grupo controle. Os resultados evidenciaram que o tratamento sem a utilização da bST-r, dispensado ao grupo EMED, pode ser adotado com sucesso tanto em vacas em CC 2 como em vacas em CC 3, diferindo do tratamento adotado no grupo SEMED, o qual mostrou-se eficiente somente em vacas com CC 3.

Maciel Marlon Nadal; Neves Jairo Pereira; Gonçalves Paulo Bayard Dias; Oliveira João Francisco de; Bortolotto Ederson Bisognin; Stranieri Patrícia

2001-01-01

58

Resultados neonatais no parto vaginal espontâneo comparados aos dos partos com fórcipe de Simpson-Braun em primíparas Neonatal outcome of spontaneous deliveries as compared to Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: comparar os resultados neonatais dos partos vaginais espontâneos ou assistidos com fórcipe de Simpson-Braun em nulíparas. MÉTODO: em estudo de corte retrospectivo foram avaliados dois grupos de primíparas atendidas no Centro Obstétrico do CAISM/UNICAMP, que tiveram parto vaginal sob analgesia epidural. O grupo fórcipe foi formado por 119 pacientes que tiveram parto a fórcipe de Simpson-Braun, e o grupo normal por 114 casos de parto vaginal espontâneo. Foram estudadas as variáveis neonatais imediatas como o estado do líquido amniótico e os índices de Apgar, assim como a evolução neonatal nos primeiros dias de vida. Para análise estatística foram utilizados os testes c², exato de Fisher e t de Student para comparação de médias e considerada significativa a diferença correspondente a pPURPOSE: to compare maternal and neonatal outcomes between spontaneous vaginal and Simpson-Braun forceps deliveries in nulliparous women. METHOD: a retrospective study including two groups of nulliparous women, who had vaginal delivery under peridural anesthesia in the obstetric unit of the CAISM-UNICAMP: the forceps group included 119 women who had Simpson-Braun forceps delivery, and the normal group included 114 women who delivered spontaneously. Neonatal outcomes, such as Apgar score and the evolution in the first days of life, were studied. Data were compared in both groups and, for statistical analysis, c² test, Fisher exact, and Student t tests were used. The differences were considered significant when p<0.05. RESULTS: the indications for Simpson-Braun forceps delivery were maternal-fetal relief (90 cases) and abbreviation of the expulsive period (29 cases). In the forceps group there were 8 cases (6.7%) of vaginal injuries; a similar result was observed in the normal group. The number of hospitalization days for the parturient and the newborns was identical, 2.4 days. The newborns in the two groups had similar Apgar scores inferior to 7 at the first minute (7.5 vs 4.3%) and at the fifth minute (1.6 vs1.7%). The weight in the two groups had similar results (3,146 and 3,016 g). The first days of life did not differ between the groups. CONCLUSIONS: the use of Simpson-Braun forceps was safe, when compared to spontaneous vaginal delivery.

Belmiro Gonçalves Pereira; Michel Gardere Camargo; Egle Cristina Couto; Eliana Amaral; Renato Passini Jr; Mary Angela Parpinelli

2004-01-01

59

Freqüência de lesões perineais ocorridas nos partos vaginais em uma instituição hospitalar/ Frequency of perineal lesions occurred during natural child labour in a hospital institution/ Frecuencia de lesiones perineales ocurridos en los partos naturales en una institución hospitalaria  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Durante o parto normal, a maioria das mulheres sofre algum tipo de lesão perineal, em razão de lacerações espontâneas ou como conseqüência da incisão cirúrgica - episiotomia. Este estudo, do tipo descritivo, com abordagem quantitativa, visa levantar a freqüência de lesões perineais ocorridas em mulheres durante o parto vaginal em uma instituição hospitalar que exerce a obstetrícia tradicional. A amostra foi composta por 279 prontuários de mulheres que pari (more) ram na instituição durante o período de julho a dezembro de 2006. Em 11,82% dos prontuários não foi relatada a ocorrência de lesões. A episiotomia foi realizada em 86,99% das mulheres, 3,25% sofreram episiotomia e lacerações perineais de 1° e 2° graus, 9,76% tiveram o períneo íntegro. A prática da episiotomia não foi justificada nos prontuários, sua realização ocorreu sem qualquer enfoque seletivo, sendo praticada rotineiramente na instituição, demonstrando que ainda persiste o desrespeito aos direitos humanos adquiridos pelas mulheres. Abstract in spanish Durante el proceso de parto normal, la mayoría de las mujeres sufre algún tipo de trauma del períneo, debido a laceraciones espontáneas del períneo o por la incisión quirúrgica - las episiotomías. Este estudio de tipo descriptivo con un abordaje cuantitativo y intenta registrar el número y frecuencia de de traumas perineales ocurridos en mujeres durante el parto normal en una instituición hospitalar que practica obstetricia tradicional. La muestra fue recogida d (more) e 279 casos clínicos de mujeres que tuvieron partos normales en la institución, durante el período de julio a diciembre de 2006. En 11,82% de los casos no hubo relatos de. La episiotomía fue practicada en 86.99% de las mujeres, 3.25% sufrieron de episiotomía y de laceraciones de primero y segundo grados, 9.76% tuvieron el períneo intacto. Por lo tanto, concluímos que la episiotomía es practicada rutinariamente sin justificación y sin enfoque selectivo y en la instituición. Esto demuestra que persiste una clara falta de respeto a los derechos humanos de las mujeres. Abstract in english During the process of natural child labour, most of women suffers some kind of perineal trauma when they go into natural childbirth labor, due to spontaneous perineum lacerations or episiotomies. The objective of this study of quantitative and descriptive approach is to document the number of perineal traumas occurred in women during natural childbirths in a hospital institution. This study was created based on 279 files of women who delivered their babies by natural birt (more) h a hospital institution that practiced tradicional obstetricsduring a period from July to December 2006. In 11,82% of the cases no lesions were reported. The episiotomy was practiced in 86,99% of the women and 3,25% suffered episiotomy and perineal lacerations in 1 and 2 degrees, 9,76% of the women had their perineum intact. The practice of the episiotomy was not justified in the files and it is practiced as a routine without any selective criteria by the institution, demonstrating that the disrespect to human rights of women still persists.

Santos, Jaqueline de Oliveira; Bolanho, Izabel Cristina; Mota, Jaqueline Queiroz Carlos da; Coleoni, Lidiane; Oliveira, Márcia Alessandra de

2008-12-01

60

Freqüência de lesões perineais ocorridas nos partos vaginais em uma instituição hospitalar Frecuencia de lesiones perineales ocurridos en los partos naturales en una institución hospitalaria Frequency of perineal lesions occurred during natural child labour in a hospital institution  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Durante o parto normal, a maioria das mulheres sofre algum tipo de lesão perineal, em razão de lacerações espontâneas ou como conseqüência da incisão cirúrgica - episiotomia. Este estudo, do tipo descritivo, com abordagem quantitativa, visa levantar a freqüência de lesões perineais ocorridas em mulheres durante o parto vaginal em uma instituição hospitalar que exerce a obstetrícia tradicional. A amostra foi composta por 279 prontuários de mulheres que pariram na instituição durante o período de julho a dezembro de 2006. Em 11,82% dos prontuários não foi relatada a ocorrência de lesões. A episiotomia foi realizada em 86,99% das mulheres, 3,25% sofreram episiotomia e lacerações perineais de 1° e 2° graus, 9,76% tiveram o períneo íntegro. A prática da episiotomia não foi justificada nos prontuários, sua realização ocorreu sem qualquer enfoque seletivo, sendo praticada rotineiramente na instituição, demonstrando que ainda persiste o desrespeito aos direitos humanos adquiridos pelas mulheres.Durante el proceso de parto normal, la mayoría de las mujeres sufre algún tipo de trauma del períneo, debido a laceraciones espontáneas del períneo o por la incisión quirúrgica - las episiotomías. Este estudio de tipo descriptivo con un abordaje cuantitativo y intenta registrar el número y frecuencia de de traumas perineales ocurridos en mujeres durante el parto normal en una instituición hospitalar que practica obstetricia tradicional. La muestra fue recogida de 279 casos clínicos de mujeres que tuvieron partos normales en la institución, durante el período de julio a diciembre de 2006. En 11,82% de los casos no hubo relatos de. La episiotomía fue practicada en 86.99% de las mujeres, 3.25% sufrieron de episiotomía y de laceraciones de primero y segundo grados, 9.76% tuvieron el períneo intacto. Por lo tanto, concluímos que la episiotomía es practicada rutinariamente sin justificación y sin enfoque selectivo y en la instituición. Esto demuestra que persiste una clara falta de respeto a los derechos humanos de las mujeres.During the process of natural child labour, most of women suffers some kind of perineal trauma when they go into natural childbirth labor, due to spontaneous perineum lacerations or episiotomies. The objective of this study of quantitative and descriptive approach is to document the number of perineal traumas occurred in women during natural childbirths in a hospital institution. This study was created based on 279 files of women who delivered their babies by natural birth a hospital institution that practiced tradicional obstetricsduring a period from July to December 2006. In 11,82% of the cases no lesions were reported. The episiotomy was practiced in 86,99% of the women and 3,25% suffered episiotomy and perineal lacerations in 1 and 2 degrees, 9,76% of the women had their perineum intact. The practice of the episiotomy was not justified in the files and it is practiced as a routine without any selective criteria by the institution, demonstrating that the disrespect to human rights of women still persists.

Jaqueline de Oliveira Santos; Izabel Cristina Bolanho; Jaqueline Queiroz Carlos da Mota; Lidiane Coleoni; Márcia Alessandra de Oliveira

2008-01-01

 
 
 
 
61

A Depressão Pós-Parto em Vozes que Interpretam/ Postpartum Depression and its Repercussions in the Meanings  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objectivo é conhecer as dificuldades e práticas vivenciadas pelas portadoras da depressão pós-parto, enquanto distúrbio do humor, no vínculo mãe-filho e suas repercussões nos significados estabelecidos à experiência de ser mãe. Foram entrevistadas 41 pacientes, com média de idade variando entre 20 a 49 anos, do total de 106 atendidas na Unidade de Atenção Básica Auta Alves Ferreira, na cidade de Aparecida, localizada no interior da Paraíba. Foram escolhi (more) das uma amostra de 21 mulheres, por apresentarem um perfil de inclusão, propício ao mapeamento da depressão pós-parto. As pacientes elegíveis deviam ser encaminhadas pelas 02 (duas) equipes de PSF (uma da zona urbana e outra da zona rural), com hipótese diagnóstica de transtorno psíquico do puerpério; estarem no acompanhamento psicológico e assinarem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Um diário de campo subsidiou os registros das informações. O inventário de Beck para depressão complementou a inclusão e o acompanhamento das pacientes. Os dados foram analisados estatisticamente. Confirmamos os achados das mais recentes pesquisas que o abandono infantil no período pós-parto ocorre em situações onde se somam múltiplos e graves fatores, tais como a miséria (86,7%), pouca escolaridade (67%), falta de rede de apoio (36,5%), relações familiares da mãe comprometidas (12%) e ausência de envolvimento do pai (91,5%). O sentimento de dor e sofrimento psíquicos, oriundos da depressão pós-parto, é o mais enfocado pelas mulheres (87%) porque é ele que desencadeia o maior número de desconfortos, dada a sua difícil dominação. Abstract in english The aim is to understand the difficulties and experienced of individuals suffering from postpartum depression, related to mood disturbances, the mother-child bond and its repercussions in the meanings established for the experience of being a mother. Forty-one patients were interviewed, with ages ranging from 20 to 49 years, from a total of 106 attended at the Auta Alves Ferreira Primary Care Unit, in the city of Aparecida, in the interior of the state of Paraíba, Brazil (more) . A sample of 21 women was selected, presenting an inclusion profile, propitious to mapping postpartum depression. The eligible patients were referred by two PSF (Health Family) teams (one each from the urban and rural zones), aimed at diagnosing the psychic disturbance of the perperium. They were accompanied by a psychologist and all signed an informed consent form. A field diary supported the information recorded. Beck's Depression Inventory complemented the inclusion and follow-up of the patients. The data were analyzed statistically. We confirmed the findings of the most recent studies that infant abandonment in the postpartum period occurs in situations where multiple and serious factors add up, such as misery (86.7%), little schooling (67%), lack of a support network (36.5%), estrangement of the mother's family relations (12%) and lack of paternal involvement (91.5%). The feeling of psyching pain and suffering, resulting from postpartum depression, is the most emphasized by women (87%) because it triggers the greatest discomfort, due to the difficulty in overcoming it.

Neto, Modesto Leite Rolim; Rocha, Vera Maria da; Silva, Leocassio Barbosa da

2005-07-01

62

Avaliação da atenção ao parto por adolescentes em um hospital universitário Evaluation of birthing care provided to adolescents in a university hospital  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a atenção ao parto na ótica de adolescentes assistidas em um hospital universitário. MÉTODOS: estudo quantitativo, descritivo, desenvolvido em um hospital universitário do Sul do Brasil. A amostra foi 269 adolescentes, entre 10 e 19 anos, de julho de 2008 a outubro de 2009. A coleta de dados foi com entrevista acerca das práticas de parto normal. Para análise estatística, foi utilizado o Teste Exato de Fisher. Os achados foram comparados com as práticas recomendadas à atenção perinatal preconizados pelo Ministério da Saúde (MS). RESULTADOS: a posição litotômica adotada em 99% dos casos; a episiotomia foi realizada em 89,6% das parturientes; os toques vaginais foram realizados por mais de um examinador em 69,4% dos partos; a cateterização venosa profilática de rotina foi instalada em 91,8% das adolescentes e a restrição hídrica e alimentação esteve presente em 87,4 %. Estes achados não condizem com as orientações preconizadas pelo MS acerca da atenção ao parto. CONCLUSÕES: muitas condutas recomendadas pelo MS para o parto são desconsideradas na instituição em estudo, precisando ser revistas de modo a contemplar as diretrizes do MS.OBJECTIVES: evaluate birthing care from the perspective of adolescents seen at a university hospital. METHODS: a quantitative descriptive study deve-loped at a university hospital in the south of Brazil. The research sample was comprised of 269 adolescents, between 10 and 19 years of age, from July 2008 to October 2009. The data was collected through interviews about the practices of vaginal childbirth. Statistical analysis was performed using Fisher's Exact Test. The fin-dings were then compared with the recommended practices for perinatal care recommended by the Ministry of Health (MH). RESULTS: the lithotomic position was adopted in 99% of cases; an episiotomy was performed on 89.6% of delivering women; digital vaginal examinations were conducted by more than one examiner in 69.4% of deliveries; routine preventive venous catheterization was performed in 91.8% of adolescent girls and food and water restrictions were put in place in 87.4% of cases. These findings are not consistent with MH guidelines for birthing care. CONCLUSIONS: many of the guidelines recommended by MH for birthing care are disregarded at the reviewed institution and must be revised in order to address the directives of the Ministry of Health.

Cleci de Fátima Enderle; Nalú Pereira da Costa Kerber; Lulie Rosane Odeh Susin; Raúl A. Mendoza-Sassi

2012-01-01

63

Avaliação da atenção ao parto por adolescentes em um hospital universitário/ Evaluation of birthing care provided to adolescents in a university hospital  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: avaliar a atenção ao parto na ótica de adolescentes assistidas em um hospital universitário. MÉTODOS: estudo quantitativo, descritivo, desenvolvido em um hospital universitário do Sul do Brasil. A amostra foi 269 adolescentes, entre 10 e 19 anos, de julho de 2008 a outubro de 2009. A coleta de dados foi com entrevista acerca das práticas de parto normal. Para análise estatística, foi utilizado o Teste Exato de Fisher. Os achados foram comparados com as (more) práticas recomendadas à atenção perinatal preconizados pelo Ministério da Saúde (MS). RESULTADOS: a posição litotômica adotada em 99% dos casos; a episiotomia foi realizada em 89,6% das parturientes; os toques vaginais foram realizados por mais de um examinador em 69,4% dos partos; a cateterização venosa profilática de rotina foi instalada em 91,8% das adolescentes e a restrição hídrica e alimentação esteve presente em 87,4 %. Estes achados não condizem com as orientações preconizadas pelo MS acerca da atenção ao parto. CONCLUSÕES: muitas condutas recomendadas pelo MS para o parto são desconsideradas na instituição em estudo, precisando ser revistas de modo a contemplar as diretrizes do MS. Abstract in english OBJECTIVES: evaluate birthing care from the perspective of adolescents seen at a university hospital. METHODS: a quantitative descriptive study deve-loped at a university hospital in the south of Brazil. The research sample was comprised of 269 adolescents, between 10 and 19 years of age, from July 2008 to October 2009. The data was collected through interviews about the practices of vaginal childbirth. Statistical analysis was performed using Fisher's Exact Test. The fin (more) -dings were then compared with the recommended practices for perinatal care recommended by the Ministry of Health (MH). RESULTS: the lithotomic position was adopted in 99% of cases; an episiotomy was performed on 89.6% of delivering women; digital vaginal examinations were conducted by more than one examiner in 69.4% of deliveries; routine preventive venous catheterization was performed in 91.8% of adolescent girls and food and water restrictions were put in place in 87.4% of cases. These findings are not consistent with MH guidelines for birthing care. CONCLUSIONS: many of the guidelines recommended by MH for birthing care are disregarded at the reviewed institution and must be revised in order to address the directives of the Ministry of Health.

Enderle, Cleci de Fátima; Kerber, Nalú Pereira da Costa; Susin, Lulie Rosane Odeh; Mendoza-Sassi, Raúl A.

2012-12-01

64

Transvaginal sacrospinous hysteropexy.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

INTRODUCTION AND HYPOTHESIS: Sacrospinous hysteropexy provides a transvaginal technique for pelvic organ prolapse (POP) repair with uterine preservation. The objective of the video is to provide an instructional guide for sacrospinous hysteropexy. METHODS: The featured patient is a 73-year-old woman with anterior predominant stage 3 POP. The video outlines the steps and surgical principles necessary to achieve a successful sacrospinous hysteropexy. RESULTS: Sacrospinous hysteropexy provides a transvaginal approach to POP repair that minimizes operative times and reduces blood loss and risk of lower genitourinary tract injury. CONCLUSION: Sacrospinous hysteropexy is a timely technique in an era of increasing interest in uterine preservation and should be considered by surgeons well versed in transvaginal surgery.

Murphy AM; Goldman HB

2013-04-01

65

Qualidade da atenção ao parto em maternidades do Rio de Janeiro Quality of birth care in maternity hospitals of Rio de Janeiro, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Avaliar a qualidade da atenção durante o processo de trabalho de parto de acordo com normas da Organização Mundial de Saúde. MÉTODOS: Trata-se de estudo do tipo caso-controle, realizado em duas maternidades: pública e conveniada com o Sistema Único de Saúde, no Município do Rio de Janeiro. A amostra foi composta por 461 mulheres na maternidade pública (230 partos vaginais e 231 cesáreas) e por 448 mulheres na maternidade conveniada (224 partos vaginais e 224 cesáreas). De outubro de 1998 a março de 1999, foram realizadas entrevistas com puérperas e revisão de prontuários. Foi construído escore sumarizador da qualidade do atendimento. RESULTADOS: Observou-se baixa freqüência de algumas práticas que devem ser encorajadas, como presença de acompanhante (1% na maternidade conveniada, em ambos os tipos de parto), deambulação durante o trabalho de parto (9,6% das cesáreas na maternidade pública e 9,9% dos partos vaginais na conveniada) e aleitamento na sala de parto (6,9% das cesáreas na maternidade pública e 8,0% das cesáreas na conveniada). Práticas comprovadamente danosas e que devem ser eliminadas como uso de enema (38,4%), tricotomia, hidratação venosa de rotina (88,8%), uso rotineiro de ocitocina (64,4%), restrição ao leito durante o trabalho de parto (90,1%) e posição de litotomia (98,7%) para parto vaginal apresentaram alta freqüência. Os melhores resultados do escore sumarizador foram obtidos na maternidade pública. CONCLUSÕES: As duas maternidades apresentam freqüência elevada de intervenções durante a assistência ao parto. A maternidade pública, apesar de atender clientela com maior risco gestacional, apresenta perfil menos intervencionista que maternidade conveniada. Procedimentos realizados de maneira rotineira merecem ser discutidos à luz de evidências de seus benefícios.OBJECTIVE: To evaluate the quality of birth care based on the World Health Organization guidelines. METHODS: A case-control study was carried out in a public and a private maternity hospitals contracted by the Brazilian Health System in the city of Rio de Janeiro, Brazil, from October 1998 to March 1999. The sample comprised 461 women in the public maternity hospital (230 vaginal deliveries and 231 Cesarean sections) and 448 women in the private one (224 vaginal deliveries and 224 Cesarean sections). Data was collected through interviews with puerperal women and review of medical records. A summarization score of quality of delivery care was constructed. RESULTS: There was low frequency of practices that should be encouraged, such as having an accompanying person (1% in the private hospital for both vaginal delivery and C-sections), freedom of movements throughout labor (9.6% of C-sections in the public hospital and 9.9% of vaginal deliveries in the private hospital) and breastfeeding in the delivery room (6.9% of C-sections in the public hospital and 8.0% of C-sections in the private hospital). There was a high frequency of known harmful practices such as enema administration (38.4%); routine pubic shaving; routine intravenous infusion (88.8%); routine use of oxytocin (64.4%), strict bed rest throughout labor (90.1%) and routine supine position in labor (98.7%) in vaginal deliveries. The best summarizing scores were seen in the public maternity hospital. CONCLUSIONS: The two maternity hospitals have a high frequency of interventions during birth care. In spite of providing care to higher risk pregnant women, the public maternity hospital has a less interventionist profile than the private one. Procedures carried out on a routine basis should be pondered based on evidence of their benefits.

Eleonora d'Orsi; Dóra Chor; Karen Giffin; Antonia Angulo-Tuesta; Gisele Peixoto Barbosa; Andrea de Souza Gama; Ana Cristina Reis; Zulmira Hartz

2005-01-01

66

Qualidade da atenção ao parto em maternidades do Rio de Janeiro/ Quality of birth care in maternity hospitals of Rio de Janeiro, Brazil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Avaliar a qualidade da atenção durante o processo de trabalho de parto de acordo com normas da Organização Mundial de Saúde. MÉTODOS: Trata-se de estudo do tipo caso-controle, realizado em duas maternidades: pública e conveniada com o Sistema Único de Saúde, no Município do Rio de Janeiro. A amostra foi composta por 461 mulheres na maternidade pública (230 partos vaginais e 231 cesáreas) e por 448 mulheres na maternidade conveniada (224 partos vagina (more) is e 224 cesáreas). De outubro de 1998 a março de 1999, foram realizadas entrevistas com puérperas e revisão de prontuários. Foi construído escore sumarizador da qualidade do atendimento. RESULTADOS: Observou-se baixa freqüência de algumas práticas que devem ser encorajadas, como presença de acompanhante (1% na maternidade conveniada, em ambos os tipos de parto), deambulação durante o trabalho de parto (9,6% das cesáreas na maternidade pública e 9,9% dos partos vaginais na conveniada) e aleitamento na sala de parto (6,9% das cesáreas na maternidade pública e 8,0% das cesáreas na conveniada). Práticas comprovadamente danosas e que devem ser eliminadas como uso de enema (38,4%), tricotomia, hidratação venosa de rotina (88,8%), uso rotineiro de ocitocina (64,4%), restrição ao leito durante o trabalho de parto (90,1%) e posição de litotomia (98,7%) para parto vaginal apresentaram alta freqüência. Os melhores resultados do escore sumarizador foram obtidos na maternidade pública. CONCLUSÕES: As duas maternidades apresentam freqüência elevada de intervenções durante a assistência ao parto. A maternidade pública, apesar de atender clientela com maior risco gestacional, apresenta perfil menos intervencionista que maternidade conveniada. Procedimentos realizados de maneira rotineira merecem ser discutidos à luz de evidências de seus benefícios. Abstract in english OBJECTIVE: To evaluate the quality of birth care based on the World Health Organization guidelines. METHODS: A case-control study was carried out in a public and a private maternity hospitals contracted by the Brazilian Health System in the city of Rio de Janeiro, Brazil, from October 1998 to March 1999. The sample comprised 461 women in the public maternity hospital (230 vaginal deliveries and 231 Cesarean sections) and 448 women in the private one (224 vaginal deliverie (more) s and 224 Cesarean sections). Data was collected through interviews with puerperal women and review of medical records. A summarization score of quality of delivery care was constructed. RESULTS: There was low frequency of practices that should be encouraged, such as having an accompanying person (1% in the private hospital for both vaginal delivery and C-sections), freedom of movements throughout labor (9.6% of C-sections in the public hospital and 9.9% of vaginal deliveries in the private hospital) and breastfeeding in the delivery room (6.9% of C-sections in the public hospital and 8.0% of C-sections in the private hospital). There was a high frequency of known harmful practices such as enema administration (38.4%); routine pubic shaving; routine intravenous infusion (88.8%); routine use of oxytocin (64.4%), strict bed rest throughout labor (90.1%) and routine supine position in labor (98.7%) in vaginal deliveries. The best summarizing scores were seen in the public maternity hospital. CONCLUSIONS: The two maternity hospitals have a high frequency of interventions during birth care. In spite of providing care to higher risk pregnant women, the public maternity hospital has a less interventionist profile than the private one. Procedures carried out on a routine basis should be pondered based on evidence of their benefits.

d'Orsi, Eleonora; Chor, Dóra; Giffin, Karen; Angulo-Tuesta, Antonia; Barbosa, Gisele Peixoto; Gama, Andrea de Souza; Reis, Ana Cristina; Hartz, Zulmira

2005-08-01

67

Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas/ Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). Uma resposta afirmativa (more) a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73) em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96) àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um nível educacional mais baixo e a presença de um transtorno psiquiátrico se associam ao risco de suicídio. O transtorno bipolar é o diagnóstico psiquiátrico com maior impacto sobre o risco de suicídio. Abstract in english OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). A yes answer on one of the six interview questions was considered (more) a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73) times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96) times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.

Tavares, Daniele; Quevedo, Luciana; Jansen, Karen; Souza, Luciano; Pinheiro, Ricardo; Silva, Ricardo

2012-10-01

68

Prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women in Pelotas Prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto em Pelotas  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJECTIVES: To evaluate the prevalence of suicide risk and comorbidities in postpartum women. METHODS: This is a cross-sectional study of postpartum women. The sample comprised mothers who have received prenatal care from the Brazilian National System of Public Heath in the city of Pelotas. Suicide risk and other mental disorders were evaluated using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). A yes answer on one of the six interview questions was considered a sign of suicide risk. RESULTS: The sample consisted of 919 postpartum women. The 11.5% suicide prevalence was 4.62 (CI 2.45, 8.73) times higher in women with low educational levels. Women with comorbid depression or an anxiety disorder showed a 17.04 (CI 2.27; 19.96) times greater risk of suicide than those who did not suffer from any mood disorder. CONCLUSION: Lower education levels and psychiatric disorders are associated with suicide risk. Bipolar disorder is the psychiatric disorder with the highest impact on suicide risk.OBJETIVOS: Avaliar a prevalência do risco de suicídio e de comorbidades em mulheres pós-parto. MÉTODOS: Este foi um estudo em corte transversal com mulheres pós-parto. A amostra foi constituída de mães que receberam cuidados pré-natais prestados pelo Sistema Nacional de Saúde Pública do Brasil na cidade de Pelotas. O risco de suicídio e outros transtornos mentais foram avaliados pela Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI). Uma resposta afirmativa a qualquer das seis perguntas é considerada um risco de suicídio. RESULTADOS: A amostra consistiu de 919 mulheres pós-parto. A prevalência do risco de suicídio foi de 11,5%. Ela foi 4,62 vezes mais alta (IC de 95% 2,45; 8,73) em mulheres de baixo nível educacional. Mulheres apresentando qualquer comorbidade para depressão e transtornos ansiosos tiveram uma chance 17,04 vezes maior (IC 95% 2,27; 19,96) àquelas que não apresentaram nenhum transtorno afetivo. CONCLUSÃO: Um nível educacional mais baixo e a presença de um transtorno psiquiátrico se associam ao risco de suicídio. O transtorno bipolar é o diagnóstico psiquiátrico com maior impacto sobre o risco de suicídio.

Daniele Tavares; Luciana Quevedo; Karen Jansen; Luciano Souza; Ricardo Pinheiro; Ricardo Silva

2012-01-01

69

Management of pregnancy in a University Hospital: a 6-year study Levantamento dos partos ocorridos em um Hospital Universitário: um estudo de seis anos  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available In order to evaluate the obstetric care in the Obstetric Clinic of the Gynaecology and Obstetrics Department of University of São Paulo, the authors present a survey of the management of pregnancy during the 6-year period from 1993 to 1998. The number of deliveries increased during the study by 45% over the 6 years. During this same period the number of fetal deaths was 526 (4.48%), but there was a significant decrease (p Com o objetivo de avaliar alguns dados perinatais da Clínica Obstétrica do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, os autores apresentam um levantamento de todos os partos ocorridos no período entre 1993 e 1998. O número de partos aumentou em 45% neste período. O número total de óbitos fetais foi de 526 (4,48%) com redução estatisticamente significativa (p < 0,05) neste período. Entretanto, não houve aumento concomitante da proporção de gestantes que tiveram assistência pré-natal, que poderia explicar esta melhora. A incidência de parto prematuro também apresentou uma queda significante. Os autores acreditam que o aumento do número de partos foi principalmente devido ao aumento do número de gestantes encaminhadas ao nosso serviço. Entretanto, este atendimento não teria sido possível sem os esforços para aumentar a rotatividade dos recém-nascidos no berçário e a diminuição do tempo de internação da parturiente. Apesar deste aumento, houve melhora nos resultados dos partos realizados no serviço, durante o período de estudo. Esta melhora pode ter sido reflexo da utilização, por equipe homogênea, de padronização através de conduta assistencial uniforme baseada no amadurecimento e aprimoramento técnico-científico dos últimos anos.

Tânia Regina Schupp; Seizo Miyadahira; Soubhi Kahhale; Marcelo Zugaib

2000-01-01

70

Pressão arterial e freqüência cardíaca avaliadas pela MAPA em primigestas durante o trabalho de parto e puerpério imediato/ Blood pressure and heart rate evaluated by ABPM in primigravid women during labor and early puerperium  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: analisar os valores da pressão arterial e da freqüência cardíaca durante o trabalho de parto e puerpério imediato de primigestas normais. MÉTODOS: foram incluídas no estudo 60 parturientes, às quais foi aplicada a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) com uso do aparelho modelo SpaceLabs 90207, durante o trabalho de parto e nas primeiras 12 horas após o mesmo. A pressão arterial e a freqüência cardíaca foram registradas a cada 15 (more) minutos durante o trabalho de parto e na primeira hora após o parto, e a cada 30 minutos até a 12ª hora após o parto. Esses parâmetros foram avaliados em três momentos do trabalho de parto (com dilatação cervical até 7 cm, entre 8 cm e dilatação total e durante o período expulsivo) e em dois momentos do puerpério (na primeira e décima segunda hora). Primeiramente os resultados foram analisados sem levar em consideração o tipo de procedimento anestésico, e depois, dividindo-os em grupos conforme o tipo de procedimento realizado: anestesia local, analgesia peridural lombar e anestesia subaracnóidea. Para comparação dentro de cada grupo foram realizados análise de variância (ANOVA) e teste t de Student pareado e, entre os grupos, o teste t não-pareado. Foi considerado o limite de significância estatística de 5%. RESULTADOS: quando os resultados foram avaliados sem levar em consideração o procedimento anestésico, os valores médios da pressão arterial sistólica, registrados durante o trabalho de parto, foram significativamente mais elevados que no puerpério. Durante o trabalho de parto esses valores foram significativamente mais elevados nos períodos de dilatação final e expulsivo que no período de dilatação inicial e, na 12ª hora, inferiores ao da primeira hora após o parto. Os valores médios da pressão arterial diastólica registrados durante o trabalho de parto foram significativamente mais altos que no puerpério. Estes valores não apresentaram alteração durante os diferentes períodos do trabalho de parto ou durante as primeiras doze horas do puerpério. A freqüência cardíaca aumentou progressivamente durante o trabalho de parto, diminuindo nas primeiras 12 horas após o parto. Quando a pressão arterial e a freqüência cardíaca foram avaliadas conforme o tipo de procedimento anestésico empregado, ambas mostraram-se com mesmo comportamento na anestesia local e peridural, embora naquelas submetidas à anestesia subaracnóidea, tanto a pressão arterial sistólica como a diastólica não apresentaram alteração durante o trabalho de parto. CONCLUSÕES: o trabalho de parto determinou aumento da pressão arterial sistólica e da freqüência cardíaca. Durante o trabalho de parto os valores das pressões arteriais sistólica e diastólica foram mais altos que nas primeiras 12 horas do puerpério, havendo queda significativa entre a primeira e a décima segunda hora do mesmo. Diferentes procedimentos anestésicos não interferiram nos valores das pressões arteriais sistólica e diastólica ou da freqüência cardíaca, durante o trabalho de parto e nas primeiras doze horas após o parto. Abstract in english OBJECTIVE: to analyze the maternal blood pressure and heart rate variation of primigravid women during labor and early puerperium. METHODS: sixty primigravid women were included in the study, and submitted to ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) with SpaceLabs 90207 monitor during labor and the first 12 h of puerperium. The records of blood pressure and heart rate were done every 15 min during labor and every 30 min during the first 12 h of puerperium. Three period (more) s during labor (until cervix dilated 7 cm, cervix dilated between 8 cm and total dilatation, and delivery period) and two during puerperium (first and twelfth hours), were analyzed. First of all the results were analyzed without considering the kind of analgesia used and then the patients were divided into three groups, according to the anesthetic technique: local, lumbar extradur

Marchioli, Milton; Abbade, Joélcio Francisco; Peraçoli, José Carlos

2004-06-01

71

Pressão arterial e freqüência cardíaca avaliadas pela MAPA em primigestas durante o trabalho de parto e puerpério imediato Blood pressure and heart rate evaluated by ABPM in primigravid women during labor and early puerperium  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: analisar os valores da pressão arterial e da freqüência cardíaca durante o trabalho de parto e puerpério imediato de primigestas normais. MÉTODOS: foram incluídas no estudo 60 parturientes, às quais foi aplicada a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) com uso do aparelho modelo SpaceLabs 90207, durante o trabalho de parto e nas primeiras 12 horas após o mesmo. A pressão arterial e a freqüência cardíaca foram registradas a cada 15 minutos durante o trabalho de parto e na primeira hora após o parto, e a cada 30 minutos até a 12ª hora após o parto. Esses parâmetros foram avaliados em três momentos do trabalho de parto (com dilatação cervical até 7 cm, entre 8 cm e dilatação total e durante o período expulsivo) e em dois momentos do puerpério (na primeira e décima segunda hora). Primeiramente os resultados foram analisados sem levar em consideração o tipo de procedimento anestésico, e depois, dividindo-os em grupos conforme o tipo de procedimento realizado: anestesia local, analgesia peridural lombar e anestesia subaracnóidea. Para comparação dentro de cada grupo foram realizados análise de variância (ANOVA) e teste t de Student pareado e, entre os grupos, o teste t não-pareado. Foi considerado o limite de significância estatística de 5%. RESULTADOS: quando os resultados foram avaliados sem levar em consideração o procedimento anestésico, os valores médios da pressão arterial sistólica, registrados durante o trabalho de parto, foram significativamente mais elevados que no puerpério. Durante o trabalho de parto esses valores foram significativamente mais elevados nos períodos de dilatação final e expulsivo que no período de dilatação inicial e, na 12ª hora, inferiores ao da primeira hora após o parto. Os valores médios da pressão arterial diastólica registrados durante o trabalho de parto foram significativamente mais altos que no puerpério. Estes valores não apresentaram alteração durante os diferentes períodos do trabalho de parto ou durante as primeiras doze horas do puerpério. A freqüência cardíaca aumentou progressivamente durante o trabalho de parto, diminuindo nas primeiras 12 horas após o parto. Quando a pressão arterial e a freqüência cardíaca foram avaliadas conforme o tipo de procedimento anestésico empregado, ambas mostraram-se com mesmo comportamento na anestesia local e peridural, embora naquelas submetidas à anestesia subaracnóidea, tanto a pressão arterial sistólica como a diastólica não apresentaram alteração durante o trabalho de parto. CONCLUSÕES: o trabalho de parto determinou aumento da pressão arterial sistólica e da freqüência cardíaca. Durante o trabalho de parto os valores das pressões arteriais sistólica e diastólica foram mais altos que nas primeiras 12 horas do puerpério, havendo queda significativa entre a primeira e a décima segunda hora do mesmo. Diferentes procedimentos anestésicos não interferiram nos valores das pressões arteriais sistólica e diastólica ou da freqüência cardíaca, durante o trabalho de parto e nas primeiras doze horas após o parto.OBJECTIVE: to analyze the maternal blood pressure and heart rate variation of primigravid women during labor and early puerperium. METHODS: sixty primigravid women were included in the study, and submitted to ambulatory blood pressure monitoring (ABPM) with SpaceLabs 90207 monitor during labor and the first 12 h of puerperium. The records of blood pressure and heart rate were done every 15 min during labor and every 30 min during the first 12 h of puerperium. Three periods during labor (until cervix dilated 7 cm, cervix dilated between 8 cm and total dilatation, and delivery period) and two during puerperium (first and twelfth hours), were analyzed. First of all the results were analyzed without considering the kind of analgesia used and then the patients were divided into three groups, according to the anesthetic technique: local, lumbar extradural or subarachnoid. Results were analyzed by one-way analys

Milton Marchioli; Joélcio Francisco Abbade; José Carlos Peraçoli

2004-01-01

72

Humanização e eqüidade na atenção ao parto em município da região Sul do Brasil/ Humanization and equity in labor care in a Southern Brazilian city/ Humanização e eqüidade na atenção ao parto em município da região Sul do Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: Identificar fatores associados à qualidade da atenção e possíveis predisponentes de iniqüidades no cuidado ao parto, a partir das características sócio-demográficas e obstétricas de mulheres atendidas em dois hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde no município de Maringá-Paraná. MÉTODOS: Estudo transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário hospitalar e entrevistas com 569 puérperas. Sete indicadores de qualidade classificaram a (more) assistência em excelente, boa, regular e insatisfatória. Utilizou-se o teste Qui-quadrado para estabelecer associação entre variáveis. RESULTADOS: As mulheres eram jovens, com companheiro fixo, ensino médio completo, sem atividade econômica remunerada e de baixo nível sócio-econômico. A iniqüidade no cuidado foi marcada pela oferta desigual dos procedimentos que qualificam a atenção, determinada por fatores individuais, contextuais e, especialmente, relacionada às práticas assistenciais. CONCLUSÃO: Três características compuseram o perfil da parturiente que se beneficiou de atenção mais qualificada: ter menos de 19 anos, ensino médio completo e não ter antecedentes de cesariana. Abstract in spanish OBJETIVOS: Identificar los factores asociados a la calidad de la atención y posibles predisponentes de inequidades en el cuidado del parto, a partir de las características socio-demográficas y obstétricas de mujeres atendidas en dos hospitales vinculados al Sistema Único de Salud en el municipio de Maringá-Paraná. MÉTODOS: Se trata de un estudio transversal, efectuado mediante una investigación en la historia clínica hospitalaria y entrevistas a 569 puérperas. (more) Siete indicadores de calidad clasificaron la asistencia como excelente, buena, regular e insatisfactoria. Se utilizo el test Chi-cuadrado para establecer la asociación entre variables. RESULTADOS: Las mujeres eran jóvenes, con pareja fija, con secundaria completa, sin actividad económica remunerada y de bajo nivel socio económico. La inequidad en el cuidado fue marcada por la oferta desigual de los procedimientos que calificaban la atención, determinada por factores individuales, contextuales y, especialmente, relacionada a las prácticas asistenciales. CONCLUSIÓN: El perfil de la parturienta, que se benefició de la atención más calificada, estuvo compuesta por tres características: tener menos de 19 años, secundaria completa y no tener antecedentes de cesárea. Abstract in english OBJECTIVES: To identify the factors associated to the quality of care and possible predisposition to inequities in labor care, as of social-demographic and obstetrical characteristics of women cared for in two hospitals associated to the Single Health System in the city of Maringá-Paraná. METHODS: Cross-sectional study, performed by researching hospital handbooks and by interviewing 569 women in labor. Seven quality indicators classified the assistance into excellent, g (more) ood, fair and insufficient. The Chi-square test was used to establish the association among variables. RESULTS: The women were young, had fixed partners, full high school education, no paying jobs and a low socioeconomic level. Inequality in care was stressed by the differentiated offer in procedures that qualify care, determined by individual, contextual factors and, in particular, related to assistance practices. COLNCLUSION: Three characteristics made up the profile of the parturients who benefitted from the most qualified healthcare: being under 19 years of age, having full high school education and having had no previous caesarian section.

Nagahama, Elizabeth Eriko Ishida; Santiago, Silvia Maria

2008-01-01

73

Eritrograma, metabolismo do ferro e concentração sérica de eritropoetina em fêmeas caprinas da raça Saanen nos períodos de gestação, parto e pós-parto/ Erithrogram, iron metabolism and serum erythropoietin concentration in female Saanen caprine in the pregnancy, parturition and postpartum periods  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese As alterações hematológicas durante o período de gestação, parto e pós-parto são de grande importância em humanos e têm sido estudadas em várias espécies de animais domésticos. O objetivo do trabalho foi determinar as alterações no eritrograma, no metabolismo do ferro e na concentração sérica de eritropoetina durante os períodos de gestação, parto e pós-parto em fêmeas nulíparas Saanen. Foram colhidas amostras de sangue de 20 fêmeas, clinicamente (more) sadias, aos 49 (M1), 42 (M2), 35 (M3), 28 (M4), 21 (M5), 14 (M6), sete (M7), três (M8) dias antes do parto, no dia do parto (M9), três (M10) e sete (M11) dias após o parto, para a realização do eritrograma, proteína plasmática total, e dosagens séricas de eritropoetina, ferro, capacidade total de ligação do ferro, índice de saturação da transferrina e ferritina. Os dados foram analisados pelo teste de análise de variância (ANOVA) ao nível de 5% de significância (P Abstract in english Hematological changes during the pregnancy and parturition are of great importance in humans and have been studied in several species of domestic animals. The objective was to determine changes in erythrogram, iron metabolism and the serum concentration of erythropoietin in nuliparous female Saanen caprine during periods of pregnancy, parturition and postpartum. Blood samples were collected from 20 goats, clinically healthy, the 49 (M1), 42 (M2), 35 (M3), 28 (M4), 21 (M5) (more) , 14 (M6), seven (M7), three (M8) days in the pregnancy, parturition (M9), three (M10) and seven (M11) days postpartum for the erythrogram, plasma total protein and the serum of erythropoietin, iron, total iron binding capacity, transferrin saturation index and ferritin determination. The data were analyzed by analysis of variance (ANOVA) at 5% level of significance (P

Fonteque, Joandes Henrique; Takahira, Regina Kiomi; Saito, Mere Erika; Valente, Ana Cláudia dos Santos; Barioni, Graziela; Kohayagawa, Aguemi

2010-11-01

74

Fatores associados à prática de atividade física no lazer em mulheres no pós-parto/ Associated factors to physical activity practice in leisure in postpartum women  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese INTRODUÇÃO: São escassos os estudos brasileiros sobre a prática de atividade física, sobretudo em mulheres no pós-parto. OBJETIVO: Investigar fatores associados às mudanças na prática de atividade física no lazer (AFL) em mulheres no pós-parto. MÉTODOS: Quatrocentos e setenta e oito mulheres entre 15 e 45 anos foram recrutadas e acompanhadas por nove meses pós-parto em um estudo prospectivo com quatro acompanhamentos (15 dias, dois, seis e nove meses). A AFL (more) foi definida como variável dependente e aferida por meio de um escore. A criação dos escores baseou-se na aplicação de um questionário validado, que compreende cinco questões referentes à atividade física no trabalho e seis referentes à AFL. As principais co-variáveis investigadas foram cor de pele, idade, renda familiar total, paridade e tipo de parto. Os dados foram analisados usando-se modelos de regressão linear longitudinal com efeitos mistos. RESULTADOS: Observou-se que 82,4% das mulheres praticavam algum grau de atividade física no lazer no pós-parto. As maiores médias de escore para AFL aos nove meses pós-parto foram observadas entre mulheres pardas (2,41), com mais de 30 anos (2,44) e com três ou mais filhos (2,44). Os fatores que permaneceram associados à maior prática de AFL no modelo multivariado foram cor de pele preta e parda [(branca/preta ß = 0,0925, branca/parda ß = 0,1114)], a maior idade (ß = 0,0157), a menor renda familiar total (ß = -0,0001), a maior paridade (ß = 0,1708) e o tipo de parto cesárea (ß = -0,1058). CONCLUSÕES: Mulheres pretas e pardas, mais velhas e com maior paridade apresentaram maior escore de AFL no período pós-parto na amostra estudada. Abstract in english INTRODUCTION: Brazilian studies on physical activity practice are scarce, especially in postpartum women. OBJECTIVE: To investigate factors associated with the alterations in the physical activity practice in leisure (LPA) in postpartum women. METHODS: Four hundred and seventy-eight women, age range of 15-45 were recruited and followed for nine months postpartum in a prospective study with four follow ups (15 days; 2; 6 and 9 months). The LPA was defined as a dependent va (more) riable and measured through a score. The designing of scores was based on the application of a validated questionnaire, which includes five questions concerning physical activity at work and six concerning LPA. The main co-variables investigated were skin color; age; total family income; parity and type. The data were analyzed using models of longitudinal linear regression with mixed effects. RESULTS: It was observed that 82.4% of the women practiced some degree of physical activity in postpartum leisure. The highest means of score for LPA at the nine months postpartum were observed among mixed color (2.41), older than 30 years (2.44) and with three children or more (2.44) women. The factors which remained associated with the most practice of LPA in the multivariate model were black and mixed skin color [(white/black beta= 0.0925; white/mixed beta = 0.1114)}; the oldest age (beta = 0.0157); the lowest total family income (beta = 0.0001); the highest parity (beta = 0.1708) and the kind of birth c-section (beta = -0.1058). CONCLUSIONS: Black and mixed, older and with higher parity women present the highest score of LPA in the postpartum period in the studied sample.

Kac, Gilberto; Pacheco, Alice Helena de Resende Nóra; Araújo, Daniele Marano Rocha; Rocha, Camilla Medeiros Macedo da; Sousa, Elton Bicalho de; Coelho, Natália de Lima Pereira; Oliveira, Lívia Costa de; Muniz, Bruna Moreira

2007-04-01

75

Fatores associados à prática de atividade física no lazer em mulheres no pós-parto Associated factors to physical activity practice in leisure in postpartum women  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available INTRODUÇÃO: São escassos os estudos brasileiros sobre a prática de atividade física, sobretudo em mulheres no pós-parto. OBJETIVO: Investigar fatores associados às mudanças na prática de atividade física no lazer (AFL) em mulheres no pós-parto. MÉTODOS: Quatrocentos e setenta e oito mulheres entre 15 e 45 anos foram recrutadas e acompanhadas por nove meses pós-parto em um estudo prospectivo com quatro acompanhamentos (15 dias, dois, seis e nove meses). A AFL foi definida como variável dependente e aferida por meio de um escore. A criação dos escores baseou-se na aplicação de um questionário validado, que compreende cinco questões referentes à atividade física no trabalho e seis referentes à AFL. As principais co-variáveis investigadas foram cor de pele, idade, renda familiar total, paridade e tipo de parto. Os dados foram analisados usando-se modelos de regressão linear longitudinal com efeitos mistos. RESULTADOS: Observou-se que 82,4% das mulheres praticavam algum grau de atividade física no lazer no pós-parto. As maiores médias de escore para AFL aos nove meses pós-parto foram observadas entre mulheres pardas (2,41), com mais de 30 anos (2,44) e com três ou mais filhos (2,44). Os fatores que permaneceram associados à maior prática de AFL no modelo multivariado foram cor de pele preta e parda [(branca/preta ß = 0,0925, branca/parda ß = 0,1114)], a maior idade (ß = 0,0157), a menor renda familiar total (ß = -0,0001), a maior paridade (ß = 0,1708) e o tipo de parto cesárea (ß = -0,1058). CONCLUSÕES: Mulheres pretas e pardas, mais velhas e com maior paridade apresentaram maior escore de AFL no período pós-parto na amostra estudada.INTRODUCTION: Brazilian studies on physical activity practice are scarce, especially in postpartum women. OBJECTIVE: To investigate factors associated with the alterations in the physical activity practice in leisure (LPA) in postpartum women. METHODS: Four hundred and seventy-eight women, age range of 15-45 were recruited and followed for nine months postpartum in a prospective study with four follow ups (15 days; 2; 6 and 9 months). The LPA was defined as a dependent variable and measured through a score. The designing of scores was based on the application of a validated questionnaire, which includes five questions concerning physical activity at work and six concerning LPA. The main co-variables investigated were skin color; age; total family income; parity and type. The data were analyzed using models of longitudinal linear regression with mixed effects. RESULTS: It was observed that 82.4% of the women practiced some degree of physical activity in postpartum leisure. The highest means of score for LPA at the nine months postpartum were observed among mixed color (2.41), older than 30 years (2.44) and with three children or more (2.44) women. The factors which remained associated with the most practice of LPA in the multivariate model were black and mixed skin color [(white/black beta= 0.0925; white/mixed beta = 0.1114)}; the oldest age (beta = 0.0157); the lowest total family income (beta = 0.0001); the highest parity (beta = 0.1708) and the kind of birth c-section (beta = -0.1058). CONCLUSIONS: Black and mixed, older and with higher parity women present the highest score of LPA in the postpartum period in the studied sample.

Gilberto Kac; Alice Helena de Resende Nóra Pacheco; Daniele Marano Rocha Araújo; Camilla Medeiros Macedo da Rocha; Elton Bicalho de Sousa; Natália de Lima Pereira Coelho; Lívia Costa de Oliveira; Bruna Moreira Muniz

2007-01-01

76

Parto vertical em hospital universitário: série histórica, 1996 a 2005 Vertical-position births at a University Hospital: a time-series study, 1996 to 2005  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: descrever a evolução do número de partos horizontais e verticais na maternidade do Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, e avaliar a associação dos mesmos com a taxa de cesárea, de internações dos recém-nascidos em unidade de tratamento intensivo e semi-intensivo e as transfusões sanguíneas maternas. MÉTODOS: estudo descritivo -série histórica. Foram incluídos todos os partos, as internações dos recémnascidos na Unidade de Terapia Intensiva e as transfusões sanguíneas maternas ocorridas de 1996 até 2005. Para testar as tendências, utilizou-se o método de Prais-Winsten para regressão linear generalizada. RESULTADOS: em 1996 a porcentagem de partos verticais era 5,4% e em 2005 foi 52,3%. A variação média anual dos partos verticais foi de +20,8% (p=0,007) e dos partos horizontais de -15,2% (pOBJECTIVES: to describe the evolution of the number of horizontal and vertical births in the maternity ward of the University Hospital of the Federal University of Santa Catarina, Brazil and to evaluate their correlation with the rates for caesarian, for transfer of newborns to intensive and semi-intensive care units, and maternal blood transfusions. METHODS: a time-series study. All births resulting in newborns being transferred to the Intensive Care Unit, and the maternal blood transfusions obstetrics ward between 1996 and 2005 were included in this study. In order to test the tendencies, the Prais-Winsten generalized linear regression method was used. RESULTS: in 1996 the percentage for vertical births was 5.4% and in 2005 52.3%. The average annual variance for vertical births was +20.8% (p=0.007), and for horizontal births -15.2% (p<0.001). Caesarian births showed a tendency to stabilize (p=0.243). There was a decrease of in the number of newborns transferred to the neonatal intensive care unit, 6.1% per year (p=0.001) and in the need of maternal blood transfusions (5.2% -p<0.01). CONCLUSIONS: the growing percentage of vertical births is in accordance with scientific evidence and the World Health Organization's recommendations. This practice has been gradually introduced by the team of health care professionals.

Odaléa Maria Brüggemann; Roxana Knobel; Eli Rodrigues Camargo Siebert; Antônio Fernando Boing; Halana Faria de Aguiar Andrezzo

2009-01-01

77

Parto Humanizado: percepção de puérperas  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este trabajo tuvo como objetivo relatar la experiencia de mujeres en el sobreparto en relación al parto humanizado, por medio de una investigación y análisis cualitativa, en una casa de parto. Nueve mujeres que habían tenido el parto humanizado y habían convenido participar e hicieron parte del estudio. Dentre las participantes, tres mujeres ya habian vivido la experiencia del parto humanizado y cinco eran primigestas. A partir de la analisis de las entrevistas fue posible obtener los temas emergentes que fueron agrupados en cuatro categorías temáticas: Perspectiva de la ayuda diferenciada, Mencionar dolor y la relajación, Presencia del compañero, Contacto con el nato. Los datos encontrados en este estudio son subsidios para las reflexiones y sensibilización de los equipos para consolidar y para extender el modelo de ayuda humanizada. Descriptores: Atención Humanizada, Parto, Sobreparto MEIRE PINHEIRO SOARES CARVALHO Enfermeira formada pela Universidade Nove de Julho SANDRA REGINA GONÇALVES PINTO Enfermeira formada pela Universidade Nove de JulhoMARIA JOSÉ RODRIGUES VAZ Enfermeira Obstetra. Doutora em Ciências. Professora da UNINOVE. Membro do NESCOF - Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva e da Família da UNINOVE. Orientadora.

MEIRE PINHEIRO SOARES CARVALHO; SANDRA REGINA GONÇALVES PINTO; MARIA JOSÉ RODRIGUES VAZ

2005-01-01

78

Características do parto e involução uterina em ovelhas nativas do Pantanal brasileiro/ Parturition characteristics and uterine involution in native sheep from Brazilian Pantanal  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo deste estudo foi descrever aspectos do parto e da involução uterina em ovelhas nativas do Pantanal. Foram estudadas 57 fêmeas pluríparas com cio sincronizado. Ao parto, avaliou-se sua classificação (simples ou gemelar), o tempo de expulsão da placenta, peso da placenta, total de diâmetro dos cotilédones, além do sexo e peso do cordeiro. A involução uterina foi avaliada pelo perfil leucocitário e de células de descamação (esfregaços cérvico-ute (more) rinos) e pela ultrassonografia uterina transretal nos dias 1, 7, 14, 21 e 28 dias pós-parto. O peso da placenta foi superior (P Abstract in english The aim of this study was to describe aspects of the parturition and uterine involution in native sheep from Brazilian Pantanal. Fifty-seven pluriparous ewes were used in this study. At parturition, the placenta expulsion (h), weight (g), total diameter of cotyledons, sex and weight of newborn, and single or twin parturition were evaluated. The uterine involution was evaluated by leucocytes profile, desquamation cells (cervix-uterine smears) and transrectal ultrasonograph (more) y at 1, 7, 14, 21 and 28 days post-partum. The weight of the placenta and total of cotyledons were higher (P

Fernandes, Carlos E.; Cigerza, Cristiane Fabiane; Pinto, Guilherme dos Santos; Miazi, Cesar; Barbosa-Ferreira, Marcos; Martins, Charles Ferreira

2013-06-01

79

Postpartum depression in Recife - Brazil: prevalence and association with bio-socio-demographic factors/ Depressão pós-parto em Recife - Brasil: prevalência e associação com fatores biossociodemográficos  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Utilizar uma entrevista clínica semiestruturada para a detecção de depressão em mulheres puérperas, de acordo com os critérios do DSM em serviços de puericultura da cidade do Recife, juntamente com uma apropriada associação entre esse transtorno e dados biossociodemográficos. MÉTODOS: O estudo utilizou um corte transversal e teve uma amostra de conveniência de 400 mulheres que levavam seus bebês para ambulatórios de puericultura e que estavam entre (more) 2 e 26 semanas de pós-parto. Um questionário biossociodemográfico e a versão em português do Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders foram utilizados. RESULTADOS: Vinte e nove das mães (7,2%) foram diagnosticadas como tendo depressão pós-parto. Mulheres com história pregressa de transtornos mentais, história familiar de transtornos mentais e com alguma complicação médica geral apresentaram prevalência maior de depressão. O mesmo ocorreu com aquelas com história anterior de abortamento espontâneo, aquelas que haviam tido parto transpelviano e aquelas que estavam com mais de 8 semanas de puerpério. CONCLUSÃO: A taxa de depressão pós-parto na nossa amostra, 7,2%, foi menor do que aquelas relatadas em outros estudos brasileiros. Isso provavelmente ocorreu porque os outros pesquisadores utilizaram instrumentos de triagem para depressão em vez de entrevistas clínicas. Abstract in english OBJECTIVE:To use a semi-structured interview to detect depression in postpartum women according to the criteria proposed by the DSM in child health care clinics in the city of Recife, together with the proper association of this disorder to bio-socio-demographic data. METHODS: The study used a cross-section method and contained a convenience sample of 400 women that were between 2 and 26 weeks of postpartum in child health care clinics. A bio-socio-demographic questionnai (more) re and the Portuguese version of the Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders were used. RESULTS: Twenty nine of the mothers (7.2%) were diagnosed as suffering from postpartum depression. Women with a past history of psychiatric disorders, a family history of psychiatric disorder and some sort of clinical complication presented a higher prevalence of depression. The same happened to those with a past history of spontaneous abortion, those who had a transpelvic birth and those over 8 weeks of puerperium. CONCLUSION: The rate of postpartum depression in this sample, 7.2%, was lower than that reported by other Brazilian studies. It probably occurred because the other researchers used screening scales to assess this estimate instead of a clinical interview.

Cantilino, Amaury; Zambaldi, Carla Fonseca; Albuquerque, Thiago Lucena César de; Paes, Juliana Alencar; Montenegro, Ana Carla Peres; Sougey, Everton Botelho

2010-01-01

80

Postpartum depression in Recife - Brazil: prevalence and association with bio-socio-demographic factors Depressão pós-parto em Recife - Brasil: prevalência e associação com fatores biossociodemográficos  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJECTIVE:To use a semi-structured interview to detect depression in postpartum women according to the criteria proposed by the DSM in child health care clinics in the city of Recife, together with the proper association of this disorder to bio-socio-demographic data. METHODS: The study used a cross-section method and contained a convenience sample of 400 women that were between 2 and 26 weeks of postpartum in child health care clinics. A bio-socio-demographic questionnaire and the Portuguese version of the Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders were used. RESULTS: Twenty nine of the mothers (7.2%) were diagnosed as suffering from postpartum depression. Women with a past history of psychiatric disorders, a family history of psychiatric disorder and some sort of clinical complication presented a higher prevalence of depression. The same happened to those with a past history of spontaneous abortion, those who had a transpelvic birth and those over 8 weeks of puerperium. CONCLUSION: The rate of postpartum depression in this sample, 7.2%, was lower than that reported by other Brazilian studies. It probably occurred because the other researchers used screening scales to assess this estimate instead of a clinical interview.OBJETIVO: Utilizar uma entrevista clínica semiestruturada para a detecção de depressão em mulheres puérperas, de acordo com os critérios do DSM em serviços de puericultura da cidade do Recife, juntamente com uma apropriada associação entre esse transtorno e dados biossociodemográficos. MÉTODOS: O estudo utilizou um corte transversal e teve uma amostra de conveniência de 400 mulheres que levavam seus bebês para ambulatórios de puericultura e que estavam entre 2 e 26 semanas de pós-parto. Um questionário biossociodemográfico e a versão em português do Structured Clinical Interview for DSM-IV Axis I Disorders foram utilizados. RESULTADOS: Vinte e nove das mães (7,2%) foram diagnosticadas como tendo depressão pós-parto. Mulheres com história pregressa de transtornos mentais, história familiar de transtornos mentais e com alguma complicação médica geral apresentaram prevalência maior de depressão. O mesmo ocorreu com aquelas com história anterior de abortamento espontâneo, aquelas que haviam tido parto transpelviano e aquelas que estavam com mais de 8 semanas de puerpério. CONCLUSÃO: A taxa de depressão pós-parto na nossa amostra, 7,2%, foi menor do que aquelas relatadas em outros estudos brasileiros. Isso provavelmente ocorreu porque os outros pesquisadores utilizaram instrumentos de triagem para depressão em vez de entrevistas clínicas.

Amaury Cantilino; Carla Fonseca Zambaldi; Thiago Lucena César de Albuquerque; Juliana Alencar Paes; Ana Carla Peres Montenegro; Everton Botelho Sougey

2010-01-01

 
 
 
 
81

Indução de partos em suínos: uso de cloprostenol associado com ocitocina ou carbetocina/ Farrowing induction in swine: use of cloprostenol associated with oxytocin or carbetocin  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de um análogo sintético da PGF2 (cloprostenol sodico), associado à ocitocina ou carbetocina, sobre a eficiência da indução ao parto em suínos. O experimento I foi realizado com 284 fêmeas, distribuídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,100mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina; solução salina (NaCl 0,9%). No experimento II, foram utilizadas 276 fêmeas, distrib (more) uídas em quatro tratamentos: cloprostenol; cloprostenol e 0,10mg de carbetocina; cloprostenol e 0,05mg de carbetocina; cloprostenol e 10UI de ocitocina. A indução do parto foi realizada aos 113 dias de gestação, pela aplicação de 0,175mg de cloprostenol, via submucosa vulvar. A carbetocina ou a ocitocina foram aplicadas 24h após a aplicação de cloprostenol, pela via intramuscular. O intervalo indução-parto foi menor (P Abstract in english The aim of the present study was to evaluate the effect of a synthetic analogue of PGF2 (sodium cloprostenol) associated to carbetocin or oxytocin on the efficiency of farrowing induction in swine. In Experiment I, 284 females were distributed in four treatments: - cloprostenol; - cloprostenol and 0.10mg of carbetocin; - cloprostenol and 10UI of oxytocin; and saline solution. In Experiment II, 276 females were distributed in four treatments: cloprostenol; cloprostenol and (more) 0.10mg of carbetocin; cloprostenol and 0.05mg of carbetocin; and cloprostenol and 10UI of oxytocin. Farrowing induction was performed at 113 days of gestation using an injection of 0.175mg cloprostenol by vulvar submucosal route. Carbetocin or oxytocin was administered 24h after cloprostenol, by intramuscular route. The interval induction-farrowing was shorter (P

Gheller, Neimar Bonfanti; Gava, Danielle; Santi, Mônica; Mores, Tiago José; Bernardi, Mari Lourdes; Barcellos, David Emilio Santos Neves de; Wentz, Ivo; Bortolozzo, Fernando Pandolfo

2011-07-01

82

Alojamento conjunto e parto cesáreo em maternidades do Estado do Rio de Janeiro, Brasil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a existência de alojamento conjunto (AC) nos hospitais que possuem leitos obstétricos da rede pública e conveniada do Estado do Rio de Janeiro e verificar se o AC guarda associação com outro indicador de qualidade de assistência que tem influência sobre o aleitamento materno: as taxas de cesárea (TC) praticadas por esses hospitais. METODOLOGIA: Procedeu-se a um levantamento sobre a existência de AC através de questionário enviado às Secretarias Municipais de Saúde, informação validada por inquérito telefônico. As TC foram obtidas junto à Secretaria Estadual de Saúde-RJ. Foi utilizada a razão de prevalência para a medida da associação entre as variáveis. RESULTADOS: Foi encontrada uma proporção de 65,2% das maternidades com AC, no Estado. Verificou-se relação direta entre a presença de AC e baixas taxas de cesárea no conjunto dos hospitais, porém essa associação não se confirmou com o mesmo peso em todas as regiões. A menor proporção de hospitais com AC foi verificada no cinturão metropolitano (44,2%), enquanto a maior proporção de hospitais com elevadas taxas de cesárea está no interior (73,1%).

Oliveira Maria Inês C. de; Leal Maria do Carmo

1997-01-01

83

Controle sobre GnRH durante o anestro pós-parto em bovinos/ GnRH control during bovine postpartum anestrous  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O pós-parto em bovinos é caracterizado como um momento em que as fêmeas bovinas não ovulam, principalmente devido a uma inadequada liberação de gonadotrofinas. Os conceitos e os mecanismos regulatórios do hormônio liberador de gonadotrofinas (GnRH) têm sido descritos isoladamente. Esta revisão aborda a influência da nutrição e amamentação, com enfoque na regulação do GnRH, e fornece conceitos atuais do controle neuroendocrinológico da secreção de GnRH (more) durante o pós-parto em bovinos. Conhecimentos atuais das funções do hormônio inibitório de gonadotrofinas (GnIH), da leptina, dos estrógenos, da kisspeptina e da adiponectina, bem como suas complexas inter-relações durante este período estão detalhados para melhor entendimento do assunto. Abstract in english The bovine postpartum period is characterized as a moment when the ovulation is suppressed, mainly in consequence of insufficient release of gonadotropins. Concepts and regulatory mechanisms of gonadotropin-releasing hormone (GnRH) had been described independently. This review covers the influence of nutrition and suckling with emphasis on GnRH regulation, and provides up to date concepts of neuroendocrine control of GnRH secretion during postpartum in cattle. Current kno (more) wledge of gonadotropin-inhibitory hormone (GnIH), leptin, estrogens and kisspeptin during this period are presented in order to provide a better understanding of the subject.

Oliveira, João Francisco Coelho de; Gonçalves, Paulo Bayard Dias; Ferreira, Rogério; Gasperin, Bernardo; Siqueira, Lucas Carvalho

2010-12-01

84

Fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico em um centro de parto normal/ Meconium-stained amniotic fluid and maternal and neonatal factors associated/ Factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en un centro de parto normal  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Analisar a frequência e os fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico no parto. MÉTODOS: Estudo transversal com 2.441 nascimentos em um centro de parto normal hospitalar em São Paulo, SP, em março e abril de 2005. A associação entre mecônio no líquido amniótico e as variáveis independentes (idade materna, paridade, ter ou não cesariana prévia, idade gestacional, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina no trabalho d (more) e parto, dilatação cervical na admissão, tipo do parto atual, peso do RN, índice de Apgar de 1º e 5º minutos de vida) foi expressa como razão de prevalência. RESULTADOS: Verificou-se mecônio no líquido amniótico em 11,9% dos partos; 68,2% desses foram normais e 38,8%, cesarianas. O mecônio esteve associado a: primiparidade (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73), idade gestacional ? 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25), ocitocina no parto (RP = 1,83, IC95% 1,60;2,10), cesariana (RP = 2,65; IC95% 2,17;3,24) e índice de Apgar Abstract in spanish OBJETIVO: Analizar la frecuencia y los factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en el parto. MÉTODOS: Estudio transversal con 2.441 nacimientos en un centro de parto normal hospitalario en Sao Paulo, SP, en marzo y abril de 2005. La asociación entre meconio en el líquido amniótico y las variables independientes (edad materna, paridad, tener o no cesárea previa, edad de gestación, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina en el (more) trabajo de parto, dilatación cervical en la admisión, tipo de parto actual, peso del RN, índice de Apgar de 1º y 5º minutos de vida) fue expresada como el cociente de prevalencia. RESULTADOS: Se verificó meconio en el líquido amniótico en 11,9% de los partos; 68,2% de estos fueron normales y 38,8%, con cesárea. El meconio estuvo asociado a: primiparidad (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73), edad de gestación ? 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25), ocitocina en el parto (RP = 1,83, IC95% 1,60;2,10), cesárea (RP = 2,65; IC95% 2,17;3,24) e índice de Apgar Abstract in english OBJECTIVE: To identify the frequency and maternal and neonatal factors associated with meconium-stained amniotic fluid at birth. METHODS: Cross-sectional study carried out with 2,441 births at an in-hospital birth center in the city of São Paulo (Southeastern Brazil) in March and April, 2005. The association between meconium-stained amniotic fluid and the independent variables (maternal age, parity, previous c-section or not, gestational age, obstetric history, oxytocin (more) use in the labor, cervical dilation at admission, mode of current delivery, newborn weight, Apgar score at the 1st and 5th minute) was expressed as prevalence ratio (PR). RESULTS: Meconium-stained amniotic fluid was verified in 11.9% of the births; 68.2% of these were normal births and 38.8% c-sections. Meconium was associated with: primiparity (PR=1.49, 95%CI 1.29; 1.73), gestational age ? 41 weeks (PR = 5.05, 95%CI 1.93;13.25), oxytocin in labor (PR = 1.83, 95%CI 1.60; 2.10), c- section (PR = 2.65, 95%CI 2.17; 3.24) and Apgar scores

Osava, Ruth Hitomi; Silva, Flora Maria Barbosa da; Oliveira, Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de; Tuesta, Esteban Fernandez; Amaral, Maria Clara Estanislau do

2012-12-01

85

Aspectos ultra-sonográficos e prevalência da tireoidite pós-parto em gestantes sem disfunção tireóidea atendidas em hospital público de São Paulo  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Avaliamos prospectivamente a função, as imagens ultra-sonográficas e a auto-imunidade tireóidea em grupo racial heterogêneo de 800 mulheres grávidas, primíparas ou multíparas (1 a 7 gestações prévias) atendidas em hospital universitário de São Paulo durante o pré-natal. Quarenta e seis pacientes foram excluídas do estudo por apresentarem diagnóstico confirmado de doença tireóidea anterior; das 754 restantes, 386 abandonaram o seguimento antes ou após o (more) parto. Assim, a coorte avaliada no puerpério constituiu-se de 368 puérperas, examinadas aos 3, 6, 12 meses e no 2º ano pós-parto. Embora 29 pacientes tenham tido aumento transitório daqueles anticorpos antitireóideos, caracterizando reação de auto-imunidade, estes progressivamente declinaram ou tornaram-se negativos durante o puerpério. Entretanto, nenhuma destas evoluiu com disfunção tireóidea durante o acompanhamento. Quarenta e nove pacientes (13,3%) desenvolveram progressivamente alterações funcionais da tireóide (principalmente hipotireoidismo), provavelmente devido à TPP. Além disso, a continuação do seguimento mostrou que em 18 a 24 meses, 42 mostraram níveis séricos de anti-TPO mais elevados, em comparação aos valores do primeiro ano. Os fatores de risco para o desenvolvimento da TPP, presentes durante a gravidez, foram: (1) níveis relativamente baixos de anti-TPO, entre 60 e 100U/mL [risco relativo ou odds ratio de 3,1] e (2) alterações estruturais ultra-sonográficas da tireóide no primeiro trimestre [odds ratio de 6,4]. Concluímos que a prevalência de TPP em hospital público de São Paulo foi de 13,3%, considerando as 368 pacientes seguidas. Em 29 puérperas foi diagnosticada forma transitória de reação tireóidea auto-imune, caracterizada por elevação dos níveis séricos de anti-TPO, que posteriormente regrediram. Abstract in english We evaluated thyroid function, ultrasound images and presence of autoantibodies in a mixed racial group of 800 unselected primiparous or multiparous (1-7 previous pregnancies) pregnant women attended in a public hospital in the city of São Paulo. Forty-six patients were excluded from the study because of a confirmed diagnosis of a thyroid condition. Thus, a total of 754 women were available for further studies in the postpartum period. A relatively large number of those (more) patients (n= 386) were lost or unavailable to follow-up either before or after delivery. A cohort of 386 puerperal healthy women was followed-up regularly at 3, 6, 12 and 24 months during the postpartum period, with regular thyroid function tests, random urine iodine measurements, assays for serum autoantibodies against thyroid antigens and imaging by ultrasound. Twenty-nine patients had a transient rise of anti-TPO-Ab characterizing an autoimmune reaction. These antibodies titres progressively declined or became negative. Moreover none of these patients have evidence for altered thyroid function during the 18-24 months of follow-up. Forty-nine patients (13.3%) changed their thyroid status, mainly to hypothyroidism, indicating the presence of a postpartum thyroid dysfunction (PPTD). Further follow-up studies have evidenced that at 18-24 months of examination 42/49 had serum levels of anti-TPO-Ab that were more elevated as compared with the first year values. Predictive factors found during pregnancy for developing PPTD, were: (1) relatively low levels of anti-TPO-Ab (between 60 and 100U/mL) [odds ratio 3:1] and (2) ultrasonographic thyroid structural changes in the first trimester [odds ratio 3.5:1]. In conclusion, the prevalence of PPTD was 13.3% considering only those postpartum women actually followed-up (n= 368). A transient form of thyroid autoimmune reaction, characterized by elevated serum titers of anti-TPO-Ab that further declined and reached the normal range, was observed in 29 puerperal women.

Barca, Maria Fernanda; Knobel, Meyer; Tomimori, Eduardo; Cárdia, Maria Silvia; Zugaib, Marcelo; Medeiros-Neto, Geraldo

2001-04-01

86

Aspectos ultra-sonográficos e prevalência da tireoidite pós-parto em gestantes sem disfunção tireóidea atendidas em hospital público de São Paulo  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Avaliamos prospectivamente a função, as imagens ultra-sonográficas e a auto-imunidade tireóidea em grupo racial heterogêneo de 800 mulheres grávidas, primíparas ou multíparas (1 a 7 gestações prévias) atendidas em hospital universitário de São Paulo durante o pré-natal. Quarenta e seis pacientes foram excluídas do estudo por apresentarem diagnóstico confirmado de doença tireóidea anterior; das 754 restantes, 386 abandonaram o seguimento antes ou após o parto. Assim, a coorte avaliada no puerpério constituiu-se de 368 puérperas, examinadas aos 3, 6, 12 meses e no 2º ano pós-parto. Embora 29 pacientes tenham tido aumento transitório daqueles anticorpos antitireóideos, caracterizando reação de auto-imunidade, estes progressivamente declinaram ou tornaram-se negativos durante o puerpério. Entretanto, nenhuma destas evoluiu com disfunção tireóidea durante o acompanhamento. Quarenta e nove pacientes (13,3%) desenvolveram progressivamente alterações funcionais da tireóide (principalmente hipotireoidismo), provavelmente devido à TPP. Além disso, a continuação do seguimento mostrou que em 18 a 24 meses, 42 mostraram níveis séricos de anti-TPO mais elevados, em comparação aos valores do primeiro ano. Os fatores de risco para o desenvolvimento da TPP, presentes durante a gravidez, foram: (1) níveis relativamente baixos de anti-TPO, entre 60 e 100U/mL [risco relativo ou odds ratio de 3,1] e (2) alterações estruturais ultra-sonográficas da tireóide no primeiro trimestre [odds ratio de 6,4]. Concluímos que a prevalência de TPP em hospital público de São Paulo foi de 13,3%, considerando as 368 pacientes seguidas. Em 29 puérperas foi diagnosticada forma transitória de reação tireóidea auto-imune, caracterizada por elevação dos níveis séricos de anti-TPO, que posteriormente regrediram.We evaluated thyroid function, ultrasound images and presence of autoantibodies in a mixed racial group of 800 unselected primiparous or multiparous (1-7 previous pregnancies) pregnant women attended in a public hospital in the city of São Paulo. Forty-six patients were excluded from the study because of a confirmed diagnosis of a thyroid condition. Thus, a total of 754 women were available for further studies in the postpartum period. A relatively large number of those patients (n= 386) were lost or unavailable to follow-up either before or after delivery. A cohort of 386 puerperal healthy women was followed-up regularly at 3, 6, 12 and 24 months during the postpartum period, with regular thyroid function tests, random urine iodine measurements, assays for serum autoantibodies against thyroid antigens and imaging by ultrasound. Twenty-nine patients had a transient rise of anti-TPO-Ab characterizing an autoimmune reaction. These antibodies titres progressively declined or became negative. Moreover none of these patients have evidence for altered thyroid function during the 18-24 months of follow-up. Forty-nine patients (13.3%) changed their thyroid status, mainly to hypothyroidism, indicating the presence of a postpartum thyroid dysfunction (PPTD). Further follow-up studies have evidenced that at 18-24 months of examination 42/49 had serum levels of anti-TPO-Ab that were more elevated as compared with the first year values. Predictive factors found during pregnancy for developing PPTD, were: (1) relatively low levels of anti-TPO-Ab (between 60 and 100U/mL) [odds ratio 3:1] and (2) ultrasonographic thyroid structural changes in the first trimester [odds ratio 3.5:1]. In conclusion, the prevalence of PPTD was 13.3% considering only those postpartum women actually followed-up (n= 368). A transient form of thyroid autoimmune reaction, characterized by elevated serum titers of anti-TPO-Ab that further declined and reached the normal range, was observed in 29 puerperal women.

Maria Fernanda Barca; Meyer Knobel; Eduardo Tomimori; Maria Silvia Cárdia; Marcelo Zugaib; Geraldo Medeiros-Neto

2001-01-01

87

Depression with postpartum onset: a prospective cohort study in women undergoing elective cesarean section in Brasilia, Brazil/ Depressão com início após o parto: estudo de corte prospectivo em mulheres submetidas à cesárea eletiva em Brasília, Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Foi determinar a prevalência de sintomas depressivos em uma amostra de puérperas da cidade de Brasília, Brasil, discriminando os casos com surgimento após o parto daqueles já presentes durante a gestação. MÉTODOS: Estudo de corte prospectivo. Amostragem por conveniência de pacientes que seriam submetidas à cesariana eletiva em dois hospitais privados. Como instrumento para avaliar os sintomas depressivos, foi utilizada a Escala de Depressão Pós-natal (more) de Edimburgo, com ponto de corte >13, aplicada momentos antes do parto e quatro a oito semanas após o nascimento da criança. RESULTADOS: Das 107 mulheres que completaram o estudo, 11 (10,3%) apresentaram sintomas depressivos significativos na gestação e 12 (11,2%) no período pós-parto. Das 12 pacientes com sintomas no pós-parto, 6 já tinham os sintomas durante a gestação, de modo que 5,6% da amostra teve depressão com início após o parto. A frequência global de depressão foi significativamente maior entre as mulheres solteiras em comparação com mulheres casadas (p=0,04) por causa principalmente da maior frequência de mulheres solteiras apresentando sintomas depressivos persistentes, antes e depois do parto (p=0,002). O risco de depressão não foi influenciado pela idade, paridade e escolaridade. CONCLUSÃO: As mulheres com depressão reconhecida no período pós-parto compõem um grupo heterogêneo, no qual o quadro pode ter tido início antes da gestação, durante a gestação ou após o parto. Na amostra estudada, metade dos casos de depressão reconhecida após o parto já apresentava os sintomas no final da gestação. Uma vez que a depressão que surge antes e após o parto pode ter etiologia diferente e, portanto, apresentar resposta ao tratamento diferente, os clínicos e pesquisadores devem estar atentos a essa possibilidade. Abstract in english PURPOSE: It was to determine the prevalence of depressive symptoms in a sample of puerperal women from Brasília, Brazil, distinguishing cases with onset after delivery from those already present during pregnancy. METHODS: A prospective cohort study with convenience sampling of patients submitted to elective cesarean section at two private hospitals. As an instrument for assessing depressive symptoms, the Edinburgh Postnatal Depression Scale with cutoff >13 was applied sh (more) ortly before delivery and four to eight weeks after childbirth. RESULTS: Among the 107 women who completed the study, 11 (10.3%) had significant depressive symptoms during pregnancy and 12 (11.2%) during the postpartum period. Among the 12 patients with postpartum symptoms, 6 had symptoms during pregnancy, so that 5.6% of the sample had postpartum onset of depression. The higher overall frequency of depression was significantly among single women than among married women (p=0.04), a fact mainly due to a higher frequency of single women experiencing persistent depressive symptoms both before and after delivery (p=0.002). The risk of depression was not influenced by age, parity or educational level. CONCLUSION: Women with depression identified during the postpartum period comprise a heterogeneous group, in which symptoms may have started before pregnancy, during pregnancy or after childbirth. In this sample, half of the postpartum depression cases already presented symptoms during late pregnancy. Since depression can arise before and after childbirth, it may have different etiologies and, therefore, a different response to treatment, a possibility that should be considered by clinicians and researchers.

Zaconeta, Alberto Moreno; Queiroz, Indara Ferreira Braz de; Amato, Angélica Amorim; Motta, Lucília Domingues Casulari da; Casulari, Luiz Augusto

2013-03-01

88

Depression with postpartum onset: a prospective cohort study in women undergoing elective cesarean section in Brasilia, Brazil Depressão com início após o parto: estudo de corte prospectivo em mulheres submetidas à cesárea eletiva em Brasília, Brasil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available PURPOSE: It was to determine the prevalence of depressive symptoms in a sample of puerperal women from Brasília, Brazil, distinguishing cases with onset after delivery from those already present during pregnancy. METHODS: A prospective cohort study with convenience sampling of patients submitted to elective cesarean section at two private hospitals. As an instrument for assessing depressive symptoms, the Edinburgh Postnatal Depression Scale with cutoff >13 was applied shortly before delivery and four to eight weeks after childbirth. RESULTS: Among the 107 women who completed the study, 11 (10.3%) had significant depressive symptoms during pregnancy and 12 (11.2%) during the postpartum period. Among the 12 patients with postpartum symptoms, 6 had symptoms during pregnancy, so that 5.6% of the sample had postpartum onset of depression. The higher overall frequency of depression was significantly among single women than among married women (p=0.04), a fact mainly due to a higher frequency of single women experiencing persistent depressive symptoms both before and after delivery (p=0.002). The risk of depression was not influenced by age, parity or educational level. CONCLUSION: Women with depression identified during the postpartum period comprise a heterogeneous group, in which symptoms may have started before pregnancy, during pregnancy or after childbirth. In this sample, half of the postpartum depression cases already presented symptoms during late pregnancy. Since depression can arise before and after childbirth, it may have different etiologies and, therefore, a different response to treatment, a possibility that should be considered by clinicians and researchers.OBJETIVO: Foi determinar a prevalência de sintomas depressivos em uma amostra de puérperas da cidade de Brasília, Brasil, discriminando os casos com surgimento após o parto daqueles já presentes durante a gestação. MÉTODOS: Estudo de corte prospectivo. Amostragem por conveniência de pacientes que seriam submetidas à cesariana eletiva em dois hospitais privados. Como instrumento para avaliar os sintomas depressivos, foi utilizada a Escala de Depressão Pós-natal de Edimburgo, com ponto de corte >13, aplicada momentos antes do parto e quatro a oito semanas após o nascimento da criança. RESULTADOS: Das 107 mulheres que completaram o estudo, 11 (10,3%) apresentaram sintomas depressivos significativos na gestação e 12 (11,2%) no período pós-parto. Das 12 pacientes com sintomas no pós-parto, 6 já tinham os sintomas durante a gestação, de modo que 5,6% da amostra teve depressão com início após o parto. A frequência global de depressão foi significativamente maior entre as mulheres solteiras em comparação com mulheres casadas (p=0,04) por causa principalmente da maior frequência de mulheres solteiras apresentando sintomas depressivos persistentes, antes e depois do parto (p=0,002). O risco de depressão não foi influenciado pela idade, paridade e escolaridade. CONCLUSÃO: As mulheres com depressão reconhecida no período pós-parto compõem um grupo heterogêneo, no qual o quadro pode ter tido início antes da gestação, durante a gestação ou após o parto. Na amostra estudada, metade dos casos de depressão reconhecida após o parto já apresentava os sintomas no final da gestação. Uma vez que a depressão que surge antes e após o parto pode ter etiologia diferente e, portanto, apresentar resposta ao tratamento diferente, os clínicos e pesquisadores devem estar atentos a essa possibilidade.

Alberto Moreno Zaconeta; Indara Ferreira Braz de Queiroz; Angélica Amorim Amato; Lucília Domingues Casulari da Motta; Luiz Augusto Casulari

2013-01-01

89

Apresentação pélvica na gestação de termo em pacientes com partos vaginais prévios/ Breech presentation in term pregnancy in patients with previous vaginal deliveries  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: avaliar os resultados obstétricos e perinatais em casos de fetos em apresentação pélvica, de termo, nascidos de pacientes com partos vaginais prévios, comparando-os a fetos de termo, em apresentação cefálica. PACIENTES E MÉTODOS: foram analisados retrospectivamente 8.350 nascimentos ocorridos no período de março de 1998 a julho de 2003. Ocorreram 419 partos (5,1%) em apresentação pélvica, dos quais selecionaram-se 58 casos (grupo pélvico), que dev (more) eriam ter as seguintes características: antecedentes de um ou mais filhos nascidos pela via transpélvica, idade gestacional igual ou superior a 37 semanas, ausência de malformações fetais, inexistência de intercorrências durante a gestação, peso do recém-nascido no nascimento igual ou superior a 2.500 g e inferior a 3.750 g, e sem cesárea anterior. Esse grupo foi comparado a outro formado por 1.327 fetos com características semelhantes, em apresentação cefálica, de gestantes sem cesárea prévia (grupo cefálico). Analisaram-se a idade materna, paridade, idade gestacional, via de parto, peso do recém-nascido, presença de mecônio, índice de Apgar no primeiro e quinto minutos, necessidade de internação na unidade de tratamento intensivo neonatal e ocorrência de recém-nascidos pequenos e grandes para a idade gestacional. Os dados obstétricos e perinatais foram analisados pelo chi² e teste t de Student. Considerou-se como significante p Abstract in english PURPOSE: to assess the obstetric and perinatal outcomes in cases of term newborns in breech presentation, in patients with previous vaginal deliveries, comparing them to term newborns in vertex presentation. METHODS: 8,350 deliveries retrospectively from March 1998 to July 2003 were analysed. Of 419 deliveries (5.1%) in breech presentation, 58 cases were selected for the study (breech group), according to the following criteria: patients who had had one or more babies thr (more) ough vaginal delivery, gestational age ³37 weeks, no fetal malformation, no complications in the current pregnancy, birth weight between 2,500 and 3,750 g, and no previous cesarean section. The breech group was matched to 1,327 newborns in vertex position from pregnant women with no previous cesarean section (vertex group). Maternal age, parity, gestational age, delivery way, birth weight, meconium-stained amniotic fluid, 1- and 5-min Apgar score, need of neonatal intensive care unit, and small- and big-for-gestational age newborns were analyzed. Statistical analysis was performed by the c² test and by Student's t test, with the level of significance set at p

Madi, José Mauro; Rombaldi, Renato Luís; Morais, Edson Nunes de; Araújo, Breno Fauth de; Madi, Sônia Regina Cabral; Tessari, Dilma Tonoli; Zapparoli, Maíra

2004-12-01

90

Estudo comparativo entre bupivacaína (S75-R25) e ropivacaína em bloqueio peridural para analgesia de parto/ A comparative study between bupivacaine (S75-R25) and ropivacaine in spinal anesthesia for labor analgesia/ Estudio comparativo entre la bupivacaína (S75-R25) y la ropivacaína en bloqueo epidural para analgesia de parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A anestesia peridural é utilizada para alívio da dor no trabalho de parto e está associada a baixos índices de complicações. Estudos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função da menor cardiotoxicidade. Este estudo teve o objetivo de avaliar a latência e a duração da analgesia e as repercussões maternas e fetais com o emprego da bupivacaína (S75-R25) e da ropivacaína quando utilizad (more) as para analgesia de parto por bloqueio peridural. MÉTODOS: Realizou-se um ensaio clínico prospectivo, duplamente encoberto e aleatório, de 49 pacientes gestantes de termo, apresentando baixo risco, com indicação de parto vaginal, idade entre 15 e 35 anos, ASA I ou II distribuídas em dois grupos: GI - bupivacaína (S75-R25) 0,25%; GII - ropivacaína a 0,20%. RESULTADOS: Evidenciou-se diferença estatisticamente significante entre os dois grupos 30 minutos após a instalação da peridural, sendo os escores de dor maiores no grupo que utilizou a ropivacaína. Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas quanto a latência de analgesia, nível sensorial do bloqueio, volume de anestésico local, dose de resgate, duração do trabalho de parto e da analgesia, frequência de parto instrumental, alterações hemodinâmicas, escores de Apgar ou pH do cordão umbilical e incidência de eventos adversos. CONCLUSÕES: O uso de bupivacaína (S75-R25) e ropivacaína para a analgesia de parto proporcionou boas condições para a realização da anestesia peridural com pequenas ocorrências de eventos adversos Abstract in spanish JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La anestesia epidural se usa para el alivio del dolor en el parto y está asociada a bajos índices de complicaciones. Estudios con enantiómeros levógiros de los anestésicos locales, han demostrado una seguridad más elevada en función de una menor cardiotoxicidad. Este estudio quiso evaluar la latencia y la duración de la analgesia y las repercusiones maternas y fetales con el uso de la bupivacaína (S75-R25) y de la ropivacaína cuando se (more) usan para la analgesia de parto por bloqueo epidural. MÉTODOS: Realizamos un ensayo clínico prospectivo, encubierto y randomizado, con 49 pacientes gestantes a término, que presentaban bajo riesgo, con indicación de parto vaginal, y una edad entre los 15 y los 35 años, ASA I o II distribuidas en dos grupos: GI - bupivacaína (S75-R25) 0,25%; GII - ropivacaína a 0,20%. RESULTADOS: Quedó evidenciada la diferencia estadísticamente significativa entre los dos grupos, 30 minutos después de la administración de la epidural, siendo que las puntuaciones de dolor fueron más elevadas en el grupo que utilizó la ropivacaína. No se encontraron diferencias estadísticas significativas en cuanto a la latencia de la analgesia, nivel sensorial del bloqueo, volumen del anestésico local, dosis de rescate, duración del parto y de la analgesia, frecuencia de parto instrumental, alteraciones hemodinámicas, puntuaciones de Apgar o pH del cordón umbilical e incidencia de eventos adversos. CONCLUSIONES: El uso de la bupivacaína (S75-R25) y la ropivacaína para la analgesia de parto, proporcionó buenas condiciones para la realización de la anestesia epidural con pequeñas incidencias de eventos adversos Abstract in english BACKGROUND AND OBJECTIVES: Spinal anesthesia is used for relief of pain during labor and it is associated with low indices of complications. Studies with levorotatory enantiomers of local anesthetics demonstrate higher safety due to the lower cardiotoxicity. The objective of this study was to evaluate the latency and duration of analgesia and maternal and fetal repercussions with bupivacaine (S75-R25) and ropivacaine in spinal anesthesia for labor analgesia. METHODS: A pr (more) ospective, double-blind, randomized clinical assay was undertaken with 49 labouring parturients with low risk, with indication of vaginal delivery, ages 15 to 35 years, ASA I or II, divided into two groups

Nogueira, Celso Schmalfuss; Lima, Luciana Cavalcanti; Paris, Valter Cesar; Neiva, Priscila Milhomem; Otani, Erica Tanaka; Couceiro, Roberto de Oliveira; Burim, Fabio; Ferreira Junior, Jonas Antônio Franco; Cadecaro, Patrícia

2010-10-01

91

Estudo comparativo entre bupivacaína (S75-R25) e ropivacaína em bloqueio peridural para analgesia de parto Estudio comparativo entre la bupivacaína (S75-R25) y la ropivacaína en bloqueo epidural para analgesia de parto A comparative study between bupivacaine (S75-R25) and ropivacaine in spinal anesthesia for labor analgesia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A anestesia peridural é utilizada para alívio da dor no trabalho de parto e está associada a baixos índices de complicações. Estudos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função da menor cardiotoxicidade. Este estudo teve o objetivo de avaliar a latência e a duração da analgesia e as repercussões maternas e fetais com o emprego da bupivacaína (S75-R25) e da ropivacaína quando utilizadas para analgesia de parto por bloqueio peridural. MÉTODOS: Realizou-se um ensaio clínico prospectivo, duplamente encoberto e aleatório, de 49 pacientes gestantes de termo, apresentando baixo risco, com indicação de parto vaginal, idade entre 15 e 35 anos, ASA I ou II distribuídas em dois grupos: GI - bupivacaína (S75-R25) 0,25%; GII - ropivacaína a 0,20%. RESULTADOS: Evidenciou-se diferença estatisticamente significante entre os dois grupos 30 minutos após a instalação da peridural, sendo os escores de dor maiores no grupo que utilizou a ropivacaína. Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas quanto a latência de analgesia, nível sensorial do bloqueio, volume de anestésico local, dose de resgate, duração do trabalho de parto e da analgesia, frequência de parto instrumental, alterações hemodinâmicas, escores de Apgar ou pH do cordão umbilical e incidência de eventos adversos. CONCLUSÕES: O uso de bupivacaína (S75-R25) e ropivacaína para a analgesia de parto proporcionou boas condições para a realização da anestesia peridural com pequenas ocorrências de eventos adversosJUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La anestesia epidural se usa para el alivio del dolor en el parto y está asociada a bajos índices de complicaciones. Estudios con enantiómeros levógiros de los anestésicos locales, han demostrado una seguridad más elevada en función de una menor cardiotoxicidad. Este estudio quiso evaluar la latencia y la duración de la analgesia y las repercusiones maternas y fetales con el uso de la bupivacaína (S75-R25) y de la ropivacaína cuando se usan para la analgesia de parto por bloqueo epidural. MÉTODOS: Realizamos un ensayo clínico prospectivo, encubierto y randomizado, con 49 pacientes gestantes a término, que presentaban bajo riesgo, con indicación de parto vaginal, y una edad entre los 15 y los 35 años, ASA I o II distribuidas en dos grupos: GI - bupivacaína (S75-R25) 0,25%; GII - ropivacaína a 0,20%. RESULTADOS: Quedó evidenciada la diferencia estadísticamente significativa entre los dos grupos, 30 minutos después de la administración de la epidural, siendo que las puntuaciones de dolor fueron más elevadas en el grupo que utilizó la ropivacaína. No se encontraron diferencias estadísticas significativas en cuanto a la latencia de la analgesia, nivel sensorial del bloqueo, volumen del anestésico local, dosis de rescate, duración del parto y de la analgesia, frecuencia de parto instrumental, alteraciones hemodinámicas, puntuaciones de Apgar o pH del cordón umbilical e incidencia de eventos adversos. CONCLUSIONES: El uso de la bupivacaína (S75-R25) y la ropivacaína para la analgesia de parto, proporcionó buenas condiciones para la realización de la anestesia epidural con pequeñas incidencias de eventos adversosBACKGROUND AND OBJECTIVES: Spinal anesthesia is used for relief of pain during labor and it is associated with low indices of complications. Studies with levorotatory enantiomers of local anesthetics demonstrate higher safety due to the lower cardiotoxicity. The objective of this study was to evaluate the latency and duration of analgesia and maternal and fetal repercussions with bupivacaine (S75-R25) and ropivacaine in spinal anesthesia for labor analgesia. METHODS: A prospective, double-blind, randomized clinical assay was undertaken with 49 labouring parturients with low risk, with indication of vaginal delivery, ages 15 to 35 years, ASA I or II, divided into two groups: GI - 0.25% bupivacaine (S75-R25); GII - 0.20% ropivacaine. RESULTS: A statistically si

Celso Schmalfuss Nogueira; Luciana Cavalcanti Lima; Valter Cesar Paris; Priscila Milhomem Neiva; Erica Tanaka Otani; Roberto de Oliveira Couceiro; Fabio Burim; Jonas Antônio Franco Ferreira Junior; Patrícia Cadecaro

2010-01-01

92

Efeitos adversos do sufentanil associado ao anestésico local pelas vias subaracnóidea e peridural em pacientes submetidas à analgesia de parto Efectos adversos del sufentanil asociado al anestésico local por las vías subaracnoidea y peridural en pacientes sometidas a la analgesia de parto Side effects of subarachnoid and epidural sufentanil associated with a local anesthetic in patients undergoing labor analgesia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A associação do opióide ao anestésico local melhora a qualidade da analgesia de parto e reduz o risco de toxicidade sistêmica pelo anestésico local. Os opióides, entretanto, podem determinar efeitos colaterais. O objetivo desta pesquisa foi comparar os efeitos adversos determinados pelo sufentanil, administrado por via subaracnóidea, associado à bupivacaína, com aquele determinado pelo sufentanil por via peridural, associado à ropivacaína, nas doses utilizadas no Serviço de Anestesia, em gestantes submetidas à analgesia de parto. MÉTODO: Participaram do estudo 60 pacientes, estado físico ASA I e II, com idade entre 15 e 42 anos, com gestação a termo e fetos saudáveis, submetidas à analgesia de parto. Foram distribuídas de forma aleatória em dois grupos: G1 - Duplo bloqueio - bupivacaína a 0,5% (2,5 mg) e sufentanil (5 µg) pela via subaracnóidea, G2 - Peridural - ropivacaína a 0,2% (20 mg) e sufentanil (10 µg) pela via peridural. Para doses complementares foi administrada ropivacaína a 0,2% (12 mg) e para resolução do parto, ropivacaína a 1% (50 mg). As pacientes foram avaliadas após analgesia (M1) com relação a hipotensão arterial, bradicardia materna, prurido, náusea, vômito, depressão respiratória e sedação. No pós-operatório (M2), quanto à presença de náusea, vômito, prurido, sedação, retenção urinária e dor. Os recém-nascidos foram avaliados pelo índice de Apgar. Para análise estatística, foram utilizados teste t de Student, Mann-Whitney e Qui-quadrado. RESULTADOS: Os grupos foram similares com relação à idade, ao peso, à altura, à duração do período de trabalho de parto após analgesia, ao Apgar dos recém-nascidos, à ocorrência de hipotensão arterial, bradicardia, náusea, vômito, prurido e retenção urinária. A sedação foi mais freqüente nas pacientes de G2, em M1 (50%) com diferença estatística significativa. CONCLUSÕES: O sufentanil nas doses utilizadas, administrado por via subaracnóidea ou peridural, associado aos anestésicos locais, determinou similaridade na duração do trabalho de parto após analgesia e no Apgar dos recém-nascidos. A sedação foi o efeito adverso mais freqüente nas pacientes que receberam o opióide pela via peridural.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La asociación del opioide con el anestésico local mejora la calidad de la analgesia de parto y reduce el riesgo de toxicidad sistémica por el anestésico local. Los opioides, sin embargo, pueden determinar efectos colaterales. El objetivo de esta investigación fue comparar los efectos adversos determinados por el sufentanil, administrado por vía subaracnoidea, asociado a la bupivacaína, con aquel determinado por el sufentanil por vía peridural, asociado a la ropivacaína, en las dosis utilizadas en el Servicio de Anestesia, en embarazadas sometidas a la analgesia de parto. MÉTODO: Participaron del estudio 60 pacientes, estado físico ASA I y II, con edad entre los 15 y los 42 años, con embarazo en tiempo y fetos saludables, sometidas a la analgesia de parto. Se distribuyeron aleatoriamente en de los grupos: G1 Doble bloqueo bupivacaína a 0,5% (2,5 mg) y sufentanil (5 µg) por vía subaracnoidea, G2 Peridural ropivacaína a 0,2% (20 mg) y sufentanil (10 µg) por vía peridural. Para dosis complementarias fue administrada ropivacaína a 0,2% (12 mg) y para resolución del parto, ropivacaína a 1% (50 mg). Las pacientes se evaluaron después de la analgesia (M1) con relación a la hipotensión arterial, bradicardia materna, prurito, náusea, vómito, depresión respiratoria y sedación. En el postoperatorio (M2), en cuanto a la presencia de náusea, vómito, prurito, sedación, retención urinaria y dolor. Los recién nacidos se evaluaron por el índice de Apgar. Para análisis estadístico, se utilizaron la prueba t de Student, Mann-Whitney y Qui-cuadrado. RESULTADOS: Los grupos fueron similares con relación a la edad, al peso, a la altura, a la duración del período de trabajo de parto despu

Isabel C.F. Salem; Fernanda B. Fukushima; Giane Nakamura; Fábio Ferrari; Laís C. Navarro; Yara Marcondes Machado Castiglia; Eliana Marisa Ganem

2007-01-01

93

O processo de trabalho na assistência ao parto em Londrina-PR/ The working process in labor care in Londrina-PR/ El processo de trabajo en la asistencia del parto en Londrina-PR  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Neste estudo investigamos a assistência ao trabalho de parto no município de Londrina-PR, sob o recorte da decisão dos profissionais em prescrever jejum, enema e tricotomia. Os dados foram colhidos em cinco instituições, por meio de entrevistas com dez médicos obstetras, oito enfermeiras e uma obstetriz, em 2000. As entrevistas foram interpretadas por meio da análise do discurso, extraindo-se frases temáticas. O referencial teórico utilizado foi o materialismo hi (more) stórico e dialético. A análise das frases identificou o processo de trabalho dessa assistência com seus elementos constituintes. O médico é o principal agente e único com poder de decisão. Tal poder é reforçado pelos instrumentos identificados - a prescrição médica, o trabalho das enfermeiras e o local de prática: o hospital. O saber que embasa essa prática é o modelo clínico, representado pelas intervenções não individualizadas que atendem antes às necessidades dos agentes do que às do seu objeto (a parturiente). Abstract in spanish En este estudio investigamos la asistencia al trabajo de parto en el municipio de Londrina-PR, bajo el recorte de la decisión de los profesionales en prescribir ayuno, enema y tricotomía. Los datos fueron cogidos en cinco instituciones, por medio de entrevistas a diez médicos obstetras, ocho enfermeras y una obstetriz, en el año 2000. Las entrevistas fueron interpretadas por medio del análisis del discurso, extrayéndose frases temáticas. El referencial teórico uti (more) lizado fue el materialismo histórico y dialéctico. El análisis de las frases identificó el proceso de trabajo de esa asistencia con sus elementos constitutivos. El médico es el principal agente, y único con poder de decisión. Tal poder es reforzado por los instrumentos identificados - la prescripción médica, el trabajo de las enfermeras y el local de práctica: el hospital. El saber en que se fundamenta esa práctica es el modelo clínico, representado por las intervenciones no individualizadas que atienden antes a las necesidades de los agentes que a las de su objeto (la parturienta). Abstract in english In this study, delivery care in the city of Londrina, State of Paraná, was investigated under the focus of health professionals' decisions to prescribe procedures such as fasting, enema and trichotomy. The theoretical referential was historical and dialectical materialism. The data survey was carried out in 2000 in five institutions and included individual interviews with ten obstetricians, eight nurses and one midwife. The interviews were interpreted using the speech an (more) alysis and then the thematic phrases were extracted. It was possible to identify the working process and its constitutive elements. The physician is the only one with decision power. Such power is reinforced by the following instruments identified in the study: medical prescriptions, nursing staff's work and the place where it is practiced - the hospital. The knowledge that supports this practice is the clinical model, represented by non-individualized interventions that focus more on the agents' needs than on their object's (the parturient).

Sodré, Thelma Malagutti; Lacerda, Rúbia Aparecida

2007-03-01

94

Eficácia de dinoprostone e misoprostol para indução do trabalho de parto em nulíparas/ Efficacy of dinoprostone and misoprostol for labor induction in nulliparous women  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: verificar a eficácia e a segurança de dinoprostone e misoprostol para indução do parto vaginal, com ou sem o uso de ocitocina em nulíparas. MÉTODOS: realizou-se estudo retrospectivo, observacional, envolvendo 238 pacientes que foram submetidas à indução do parto de janeiro de 2008 a fevereiro de 2010 com uso de misoprostol 25 mcg via vaginal ou pessário contendo 10 mg de dinoprostone. Desse grupo, foram selecionadas 184 pacientes, que apresentavam as s (more) eguintes características: nulíparas, gestação entre 37 e 42 semanas, feto único, apresentação cefálica, membranas íntegras e índice de Bishop Abstract in english PURPOSE: to determine the efficacy and safety of dinoprostone and misoprostol for the induction of vaginal childbirth, with or without the use of oxytocin in nulliparous women. METHODS: in this retrospective observational study, 238 patients were subjected to the induction of delivery from January 2008 to February 2010 with the use of misoprostol 25 mcg by the vaginal route or a pessary containing 10 mg of dinoprostone. A total of 184 patients were selected, with the foll (more) owing characteristics: nulliparous, gestational age of 37-42 weeks, singleton pregnancies, cephalic presentation, intact membranes, and Bishop score

Oliveira, Tenilson Amaral; melo, Elisa Matias Vieira de; Aquino, Márcia Maria Auxiliadora de; Mariani Neto, Corintio

2011-03-01

95

Eritrograma, metabolismo do ferro e concentração sérica de eritropoetina em fêmeas caprinas da raça Saanen nos períodos de gestação, parto e pós-parto Erithrogram, iron metabolism and serum erythropoietin concentration in female Saanen caprine in the pregnancy, parturition and postpartum periods  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available As alterações hematológicas durante o período de gestação, parto e pós-parto são de grande importância em humanos e têm sido estudadas em várias espécies de animais domésticos. O objetivo do trabalho foi determinar as alterações no eritrograma, no metabolismo do ferro e na concentração sérica de eritropoetina durante os períodos de gestação, parto e pós-parto em fêmeas nulíparas Saanen. Foram colhidas amostras de sangue de 20 fêmeas, clinicamente sadias, aos 49 (M1), 42 (M2), 35 (M3), 28 (M4), 21 (M5), 14 (M6), sete (M7), três (M8) dias antes do parto, no dia do parto (M9), três (M10) e sete (M11) dias após o parto, para a realização do eritrograma, proteína plasmática total, e dosagens séricas de eritropoetina, ferro, capacidade total de ligação do ferro, índice de saturação da transferrina e ferritina. Os dados foram analisados pelo teste de análise de variância (ANOVA) ao nível de 5% de significância (PHematological changes during the pregnancy and parturition are of great importance in humans and have been studied in several species of domestic animals. The objective was to determine changes in erythrogram, iron metabolism and the serum concentration of erythropoietin in nuliparous female Saanen caprine during periods of pregnancy, parturition and postpartum. Blood samples were collected from 20 goats, clinically healthy, the 49 (M1), 42 (M2), 35 (M3), 28 (M4), 21 (M5), 14 (M6), seven (M7), three (M8) days in the pregnancy, parturition (M9), three (M10) and seven (M11) days postpartum for the erythrogram, plasma total protein and the serum of erythropoietin, iron, total iron binding capacity, transferrin saturation index and ferritin determination. The data were analyzed by analysis of variance (ANOVA) at 5% level of significance (P<0,05). Significant difference (P<0,05) between a few moments for the variables, erythrocytes count, hemoglobin concentration, packed cell volume, total plasma proteins, serum iron concentration, total iron binding capacity (TIBC) and transferrin saturation index (TSI) determination. There were no significant difference for the variables erythropoietin, mean cell volume (MCV), mean cell hemoglobin (MCH), mean cell hemoglobin concentration (MCHC), red cell distribution width (RDW) and ferritin. In conclusion, there was no stimulus for the increasing of the red blood cells production during the periods of pregnancy, parturition and postpartum in nuliparous Saanen goats. No clinical significance was observed in the in red blood cell count and in the iron metabolism.

Joandes Henrique Fonteque; Regina Kiomi Takahira; Mere Erika Saito; Ana Cláudia dos Santos Valente; Graziela Barioni; Aguemi Kohayagawa

2010-01-01

96

Patterns of deliveries in a Brazilian birth cohort: almost universal cesarean sections for the better-off/ Padrões dos partos em uma coorte de nascimentos: cesarianas quase universais para os ricos/ Padrones de partos en una cohorte de nacimientos: cesáreas casi universales para los riesgos  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Descrever o padrão dos partos em uma coorte de nascimentos, comparando partos normais e cesarianos. MÉTODOS: Todos os recém-nascidos de moradoras da área urbana de Pelotas (RS) em 2004 foram recrutados para uma coorte de nascimentos. As mães foram entrevistadas ainda no hospital, quando informações detalhadas sobre a gestação, o parto e o recém-nascido, junto com um histórico da saúde materna e características da família foram coletadas. Caracterí (more) sticas maternas e o financiamento do parto foram os principais fatores estudados. Também se fez uma descrição da distribuição das cesáreas por hora do dia e dia da semana. Técnicas padrão de análise descritiva e testes qui-quadrado para comparar proporções e regressão Poisson para explorar o efeito independente de preditores da cesárea foram os métodos utilizados. RESULTADOS: A taxa global de cesarianas foi de 45%, 36% entre pacientes do SUS e 81% no serviço privado, onde se relatou que 35% das cesarianas foram eletivas. As cesarianas foram mais freqüentes nas terças e quartas-feiras, com uma redução de cerca de um terço aos domingos, enquanto os partos normais apresentaram distribuição uniforme ao longo da semana. O horário das cesarianas no setor público e no privado foi muito diferente. A escolaridade materna se associou positivamente com a cesariana entre as mães do serviço público, mas não do privado. CONCLUSÕES: A cesariana foi muito freqüente entre as mães mais ricas, e fortemente associada com a escolaridade materna entre pacientes do SUS. Os padrões descritos são compatíveis com a hipótese de que as cesáreas são feitas, em grande parte, para atender a conveniência das agendas dos médicos. A situação atual só será revertida com políticas radicais. Abstract in spanish OBJETIVO: Describir el padrón de los partos en una cohorte de nacimientos, comparando partos normales y cesáreos. MÉTODOS: Todos los recién nacidos de moradoras de área urbana de Pelotas (Sur de Brasil) en 2004 fueron reclutados para una cohorte de nacimientos. Las madres fueron entrevistadas aún en el hospital, cuando informaciones detalladas de la gestación, el parto y el recién nacido, junto con una historia de salud materna y características de la familia fue (more) ron colectadas. Características maternas y el financiamiento del parto fueron los principales factores estudiados. También se hizo descripción de la distribución de las cesáreas por hora del día y día de la semana. Técnicas de padrón de análisis descriptivo y pruebas chi-cuadrado para comparar proporciones y regresión Poisson para explorar el efecto independiente de predictores de la cesárea fueron los métodos utilizados. RESULTADOS: La tasa global de cesáreas fue de 45%, 36% entre pacientes del servicio público y 81% en el servicio privado, donde se relató que 35% de las cesáreas fueron electivas. Las cesáreas fueron más frecuentes martes y miércoles, con una reducción de cerca de un tercio los domingos, mientras que los partos normales presentaron distribución uniforme a lo largo de la semana. El horario de las cesáreas en el servicio público y en el privado fue muy diferente. La escolaridad materna se asoció positivamente con la cesárea entre las madres del servicio público, pero no del privado. CONCLUSIONES: La cesárea fue muy frecuente entre las madres más ricas, y fuertemente asociada con la escolaridad materna entre pacientes del servicio público. Los padrones descritos son compatibles con la hipótesis de que las cesáreas son hechas, en gran parte, para atender la conveniencia de las agendas de los médicos. La situación actual sólo será revertida con políticas radicales. Abstract in english OBJECTIVE: To describe the patterns of deliveries in a birth cohort and to compare vaginal and cesarean section deliveries. METHODS: All children born to mothers from the urban area of Pelotas, Brazil, in 2004, were recruited for a birth cohort study. Mothers were contacted and intervie

Barros, Aluísio J D; Santos, Iná S; Matijasevich, Alicia; Domingues, Marlos Rodrigues; Silveira, Mariângela; Barros, Fernando C; Victora, Cesar G

2011-08-01

97

Uso de misoprostol retal para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura: ensaio clínico fase II/ Use of rectal misoprostol for induction of labor in patients with premature rupture of membranes: a phase II clinical trial  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: avaliar se o misoprostol por via retal constitui método efetivo para indução do parto em gestantes com amniorrexe prematura a termo. MÉTODOS: realizou-se estudo piloto, incluindo 32 gestantes com amniorrexe prematura entre 36 e 41 semanas, feto vivo e único, em apresentação cefálica, escore de Bishop (more) Pacientes com tempo de bolsa rota >18 horas receberam antibiótico (penicilina cristalina) para profilaxia de infecção estreptocócica. Analisaram-se desfechos diversos como intervalo entre indução e início do trabalho de parto, entre indução e parto, incidência de taquissistolia, tipo de parto, incidência de corioamnionite e resultados neonatais. A análise estatística foi realizada no programa de domínio público Epi-Info 2002, calculando-se médias com os respectivos desvios-padrão, além de distribuições de freqüência. Realizou-se análise de sobrevivência para determinação do percentual de partos em função do tempo transcorrido (em horas) desde a administração do primeiro comprimido. RESULTADOS: os intervalos (média ± desvio padrão) entre indução e início das contrações e entre indução e parto foram de, respectivamente, 299,8±199,9 e 681±340,5 minutos. Observou-se freqüência de 9,4% de taquissistolia. Cerca de 72% das pacientes evoluíram para parto vaginal. Diagnosticou-se corioamnionite em 12,5% dos casos. As medianas dos escores de Apgar foram de 8 e 9 no primeiro e quinto minuto, respectivamente. Não houve nenhum caso de Apgar Abstract in english PURPOSE: to investigate whether rectally administered misoprostol is an effective method for induction of labor in patients with premature ruptured membranes at term. METHODS: a pilot trial was conducted, enrolling 32 women with alive, singleton, cephalic fetus and ruptured membranes between 36 and 41 weeks of pregnancy, with Bishop score (more) nts with ruptured membranes for >18 h received antibiotics (crystalline penicillin) for prophylaxis of streptococcal infeccion. Outcomes included time from induction to labor and induction to delivery, incidence of tachysystole, mode of delivery, incidence of chorioamnionitis and neonatal outcome. Statistical analysis was performed using the public domain software Epi-Info 2002. Means and standard deviations were calculated, as well as frequency distributions. Survival analysis was performed to determine percent of deliveries according to time (hours) since the administration of the first tablet. RESULTS: the mean (±SD) induction-to-labor and induction-to-delivery intervals were 299.8±199.9 and 681±340.5 min, respectively. The frequency of tachysystole was 9.4%. About 72% of patients achieved vaginal delivery. Chorioamnionitis was diagnosed in 12.5% of the patients. Median Apgar scores at 1st and 5th min were 8 and 9, respectively. There was no case of Apgar

Arcanjo, Francisco Carlos Nogueira; Alencar Júnior, Carlos Augusto; Feitosa, Francisco Edson de Lucena; Amorim, Melania Maria Ramos de

2003-08-01

98

Transvaginal NOTES hybrid cholecystectomy.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

BACKGROUND: Initial reports confirm the safety and feasibility of natural orifice transluminal eendoscopic surgery (NOTES) transvaginal hybrid cholecystectomy (TVC). Benefits of TVC include no visible scars, less pain, and shorter recovery. The authors describe a single surgeon's initial experience with TVC through his first 20 cases. METHOD: Under direct visualization from a 5-mm umbilical trochar, a 12-mm trocar, or in 2 cases a SILS port was introduced through the posterior vagina into the cul-de-sac. The gallbladder was visualized using an endoscope introduced through the vaginal port. Using extracorporeal stay sutures for retraction, the cystic duct and artery were dissected free, clipped, and divided. The gallbladder was then removed through the vaginal port. RESULTS: Twenty patients underwent a successful TVC. The average age was 34.9 years (21-55 years), average body mass index was 29.9 kg/m2 (18.3-38.1 kg/m2), and the mean operative time was 71.4 minutes (42-116 minutes). CONCLUSION: TVC is a safe, feasible, and attractive alternative to traditional 4-port laparoscopic cholecystectomy.

Roberts KE; Shetty S; Shariff AH; Silasi DA; Duffy AJ; Bell RL

2012-09-01

99

Atenção humanizada ao parto de adolescentes: análise das práticas desenvolvidas em um centro obstétrico Atención humanizada al parto de adolescentes: análisis de las prácticas desarrolladas en un centro obstétrico Humanized attention to parturition of adolescents: analysis of practices developed in an obstetric center  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Estudo quantitativo que objetivou analisar as práticas desenvolvidas na assistência à adolescente, a partir do relato dos trabalhadores de um Centro Obstétrico de um Hospital Universitário, com base na proposta de humanização do parto do Ministério da Saúde. Segundo os trabalhadores, estão sendo desenvolvidas práticas úteis na assistência ao parto, dentre as quais as orientações sobre formas de relaxamento no trabalho de parto, o incentivo ao vínculo entre mãe e filho e a amamentação. Porém, o direito ao acompanhante não vem sendo considerado. A posição de litotomia e a padronização da tricotomia, episiotomia e amniotomia foram constatadas. Os registros dos prontuários, dentre eles o partograma, a anamnese, e o exame físico e obstétrico da parturiente mostraram-se insatisfatórios. Conclui-se que, no cenário investigado, são desenvolvidas práticas consideradas adequadas e inadequadas, mostrando a necessidade de incentivar a utilização de procedimentos embasados em evidência científica e inseridos na proposta de humanização do parto.Estudio cuantitativo que buscó analizar las prácticas desarrolladas en la asistencia a la adolescente, del punto de vista de los trabajadores de un Centro Obstétrico de un Hospital Universitario, con base en la propuesta de humanización del parto de Ministerio de la Salud. Las prácticas útiles en la asistencia, entre ellas las orientaciones sobre la manera de relajarse durante el parto, el fomento a las relaciones entre madre e hijo y la lactancia, están sendo desarrolladas. El derecho a escolta no está siendo considerado y la posición de litotomía, la normalización de tricotomía, episiotomía y amniotomía fueran encontradas. El partograma, anamnese y examen físico y obstétrico resultaran insatisfactorios. Llegamos a la conclusión de que se han desarrollado prácticas que se consideran apropiadas y inapropiadas, lo que muestra la necesidad de fomentar aún más el uso de procedimientos basados en las evidencias científicas y inseridos en la humanización del parto.Quantitative study that aimed to analyze the practices developed in assisting the adolescent, from the account of health workers, in an Obstetric Center in a teaching hospital, based on the proposal of humanization of parturition of the Health Ministry. According to the workers, useful practices in assisting parturition, among them, orientations about relaxation techniques at parturition, improving the attachment between mother and child, are being carried out. However, the right to a companion has not been taken into account. The lithotomy position and standardization of trichotomy, episiotomy e amniotomy were registered. Medical records, among them partogram, anamnesis and physical and obstetric exam of the parturient, proved to the unsatisfactory. We conclude that, in the scenario investigated, are developed practices considered appropriate and inappropriate, showing the need to further encourage the use of procedures grounded in scientific evidence and inserted into the proposal to the humanization of birth.

Josefine Busanello; Nalú Pereira da Costa Kerber; Raúl Andrés Mendoza-Sassi; Patrícia de Souza Mano; Lulie Rosane Odeh Susin; Bruna Goulart Gonçalves

2011-01-01

100

Indução do estro no pós-parto em vacas primíparas Holandês-Zebu/ Induction of estrus in the postpartum of Holstein-Zebu heifers through norgestomet  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Avaliou-se o efeito do peso corporal no início do tratamento com progestágeno sobre as características reprodutivas de vacas mestiças Holandês-Zebu no pós-parto. Foram utilizadas 64 vacas, divididas em quatro grupos: GI - vacas com peso corporal entre 390-458kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GII - vacas com peso corporal entre 464-562kg e submetidas a tratamento hormonal com norgestomet, GIII - vacas com peso corporal entre 374-451kg (controle) (more) e GIV - vacas com peso corporal entre 452-545kg (controle). Os animais do grupo II manifestaram o primeiro estro no pós-parto mais cedo que os demais (64,4 dias - GII vs. 109,4-GI; 143,2-GIII e 105,1-GIV dias), e apresentaram menor período de serviço (94,6 dias vs. 125,5; 160,9 e 131,0 dias, na mesma ordem de citação anterior). Quanto às taxas de manifestação de estro e de gestação final, não se verificaram diferenças (P>0,05) entre os tratamentos. Os animais do GII apresentaram o menor período de serviço e os do GIII, o maior (94,6 vs. 160,9). Não houve influência do tratamento hormonal nem do peso corporal sobre a produção de leite e duração da lactação. O uso do implante de progestágeno nos animais que apresentaram maiores peso e condição corporal no início do tratamento respondeu por menor intervalo entre o parto e o primeiro estro. O uso do progestágeno em animais mais leves esteve associado ao retorno mais rápido à atividade ovariana cíclica no pós-parto. Abstract in english The experiment was carried out to evaluate the effect of two ranges of body weight and norgestomet treatment on the reproductive parameters of postpartum crossbred Holstein-zebu cows. Sixty four primiparous cows were randomly allocated to four treatments 40 days after calving: group I - cows with body weight ranging from 390 to 458kg and norgestomet treated; group II - cows with body weight ranging from 464 to 562kg and norgestomet treated; group III - cows with body weig (more) ht ranging from 390 to 458kg (control); and group IV - cows with body weight ranging from 464 to 562kg (control). Progestagen auricular implants were mantained during 10 days and the cows were mated to bulls submitted to breeding soundness evaluation. Animals from treatment II showed estrus earlier than animals of the others treatments (II: 64.4; I: 109.4; III: 143.2 and IV: 105.1 days; P0.05). The hormonal treatment and the body weight did not affect the total and daily milk yield, and length of lactation (P>0.05). Progestagen treated, heavier and better body condition scored animals had shorter open days, and returned to postpartum ovarian ciclicity faster than lighter animals.

Ruas, J.R.M.; Brandão, F.Z.; Silva Filho, J.M.; Borges, A.M.; Palhares, M.S.; Carvalho, B.C.; Borges, L.E.

2005-08-01

 
 
 
 
101

Parto humanizado e tipo de parto: avaliação da assistência oferecida pelo Sistema Único de Saúde em uma cidade do sul do Brasil Humane childbirth and type of childbirth: an evaluation of care provided by the brazilian national health system in a city in the south of Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a qualidade da atenção ao parto nos dois hospitais de referência para atendimento ao parto no Sistema Único de Saúde - SUS no município de Maringá, Paraná. MÉTODOS: estudo transversal, conduzido mediante pesquisa em prontuário hospitalar e entrevistas com 569 mulheres. Foram utilizados sete indicadores de processo, sendo quatro relacionados ao trabalho de parto e três ao parto. Por meio do estabelecimento de escores para cada um dos indicadores a assistência hospitalar foi qualificada em quatro níveis: excelente, boa, regular e insatisfatória. O tipo de parto foi considerado indicador de resultado. A análise foi realizada nos softwares Excel e Statistica e utilizados os testes Qui-quadrado e T de Student. RESULTADOS: 1,0% das mulheres tiveram atendimento excelente; 28,9% boa; 52,7% regular; e 17,4% insatisfatória. Na média geral de escores, o hospital 1 apresentou média superior ao do hospital 2.O parto cesariana prevaleceu nos dois hospitais, com taxas superiores a 50%. CONCLUSÕES: os hospitais obtiveram desempenho classificado como regular e resultado da assistência insatisfatório, determinado pelas altas taxas de cesarianas.OBJECTIVES: to evaluate the quality of childbirth care in two public maternity referral hospitals in the municipality of Maringá, Paraná. METHODS: a cross-sectional study was carried out using medical records and interviews with 569 women. Seven process indicators were used, four relating to labor and three to delivery. By establishing scores for each the indicators, hospital care was classified into four levels: excellent, good, regular and unsatisfactory. The kind of delivery was considered to be a result indicator. Analysis was carried out using the Excel and Statistica software and the results submitted to the chi-squared and Student’s t test. RESULTS: 1.0% of women received excellent care; 28.9% good; 52.7% regular; and 17.4% unsatisfactory. In terms of average scores, hospital 1 performed better than hospital 2. Caesarian birth was prevalent in both hospitals, with rates of over 50%. CONCLUSIONS: the performance of the hospitals was classified as regular and the result of care unsatisfactory, given the high prevalence of caesarian births.

Elizabeth Eriko Ishida Nagahama; Silvia Maria Santiago

2011-01-01

102

Uso da eletroestimulação transcutânea para alívio da dor durante o trabalho de parto em uma maternidade-escola: ensaio clínico controlado The use of transcutaneous nerve stimulation for pain relief during labor in a teaching hospital: a randomized controlled trial  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: determinar os desfechos maternos e neonatais de acordo com a aplicação ou não de estimulação elétrica transcutânea (EET) para alívio da dor do trabalho de parto antes da instalação da técnica combinada (raquianestesia + peridural). MÉTODOS: realizou-se ensaio clínico, randomizado, aberto, envolvendo 22 parturientes, com gestação a termo e feto único em apresentação cefálica, atendidas em hospital-escola de nível terciário em Recife, Brasil. Estas pacientes foram randomizadas para receber ou não EET antes da instalação da anestesia combinada (raquianestesia + anestesia peridural) para analgesia de parto. Avaliaram-se a intensidade da dor pela escala analógica visual (EAV), o tempo transcorrido entre a avaliação inicial e a necessidade de instalação da anestesia combinada, a duração do trabalho de parto, a freqüência de cesariana e parto instrumental, os escores de Apgar e a freqüência de hipóxia neonatal. Para análise estatística, foram utilizados os testes de Mann-Whitney e exato de Fisher, considerando-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: o tempo decorrido entre a avaliação da dor da parturiente e a necessidade de instalação da técnica combinada foi significativamente maior no grupo da EET (mediana de 90 minutos) quando comparado ao grupo controle (mediana de 30 minutos). A duração do trabalho de parto foi similar nos dois grupos (em torno de seis horas). Não houve diferença na evolução dos escores de EAV durante o trabalho de parto. A freqüência de cesariana foi de 18,2% nos dois grupos. Apenas um parto foi ultimado a fórcipe, no grupo controle. A mediana do escore de Apgar no quinto minuto foi 10, não se encontrando nenhum caso de hipóxia neonatal. CONCLUSÕES: a aplicação de EET foi efetiva em retardar a instalação da anestesia combinada para manter analgesia satisfatória durante o trabalho de parto, porém não apresentou efeito significativo sobre a intensidade da dor e a duração do trabalho de parto. Não houve efeitos deletérios maternos e neonatais.PURPOSE: to determine maternal and neonatal outcome according to the application or not of transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) for relief of labor pain before installation of combined spinal epidural (CSE) block. METHODS: a randomized open clinical trial was conducted involving 22 parturients with a singleton, vertex, term fetus, managed in a tertiary-care academic medical center in Recife, Brazil. These patients were randomly assigned to receive or not TENS before CSE block for labor analgesia. Outcome analysis included pain intensity as measured by visual analog scale (VAS), interval between initial evaluation and CSE installation, labor duration, cesarian section and instrumental delivery rate, Apgar scores and frequency of neonatal hypoxia. Statistical analysis was performed using Mann-Whitney and Fisher's exact tests with a 5% level of significance. RESULTS: a significantly prolonged interval between initial evaluation and CSE block was observed in the TENS group (median of 90 min) when compared with the control group (median of 30 min). Duration of labor was similar (about 6 h). No significant difference was found in VAS scores. Cesarian section rate was 18.2% in both groups. There was only one forceps delivery (in the control group). The median of Apgar scores at the 5th minute was 10 and no case of neonatal hypoxia was found. CONCLUSONS: TENS was effective in delaying CSE analgesia installation without affecting pain intensity and duration of labor. There were no adverse effects on mothers or newborns.

Flávia Augusta de Orange; Melania Maria Ramos de Amorim; Luciana Lima

2003-01-01

103

Transvaginal ultrasonography of rectal endometriosis  

DEFF Research Database (Denmark)

Objectives: The aim of this present study was to evaluate the interobserver variation of transvaginal ultrasonographic measurements of endometriosis infiltrating the rectosigmoid wall. Methods: Transvaginal ultrasonography was performed independently by two observers. Observer 1 had several years of experience in ultrasonography while observer 2 was a medical student with no prior experience in ultrasonography or endometriosis. In 24 patient length, width and depth of endometriosis infiltrating the rectosigmoid bowel was measured. The differences between the observers were analysed by Bland and Altman plots with 95 % limits of agreement. Results: No systematic differences were found between the observers. Probabilities for differences to be within 30 % of the mean were 0.81, 0.63 and 0.61 for the length, width and depth respectively. Ninety-five percent limits of agreement were 0.64 -1.87, 0.54 - 1.69 and 0.56 - 1.87 for the length, width and depth respectively Conclusions: We found no systematic differences between a routined and an untrained observer regarding estimation of size of endometriotic lesions in the rectal wall. This indicates that systematic training in transvaginal ultrasonography for a relatively short period gives comparable scanning results between the two observers. It seems that transvaginal ultrasound could be used as a diagnostic tool for rectal endometriosis in most departments. However, the irregular morphology of the lesions makes the measurements very complex, and a strict standardized protocol is needed.

Egekvist, Anne Gisselmann; Seyer-Hansen, Mikkel

104

Intervalo de partos e fertilidade real em vacas Nelore no Estado do Maranhão/ Calving interval and real fertility of Nellore cows in State of Maranhão  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Os efeitos de fatores genéticos e de ambiente sobre características reprodutivas, a partir de 475 observações de intervalos de partos (IDP) e 401 de fertilidade real (FR) de vacas da raça Nelore, criadas no município de Santa Inês, Estado do Maranhão, em regime de pasto com suplementação na estação seca, no período de 1980 a 1994, foram estudados. Os dados foram analisados por intermédio de modelos lineares, que incluíram efeito de touro (aleatório), mês (more) e ano do parto anterior e atual, ordem de parição e sexo da cria (fixos). O pai da vaca e a ordem de parição influenciaram significativamente ambas as características estudadas, enquanto o sexo da cria influiu apenas na FR. As médias estimada pelo método dos quadrados mínimos, para IDP e FR, foram 433,84 ± 88,20 dias e 184,69 ± 37,09 kg, respectivamente. Os coeficientes de herdabilidade estimados pela correlação intraclasse entre meio-irmãs paternas foram estimados em 0,32 ± 0,15 e 0,49 ± 0,19, respectivamente, para IDP e FR. Abstract in english The effects of genetic and environmental factors on reproductive traits, from 475 records of calving interval (CI) and 401 of real fertility (RF) of Nellore cows reared at Santa Inês county, Maranhão State, in pasture grazing system with supplementation in the dry season, from 1980 to 1994, were studied. The data were analyzed by means of linear models, which included the sire effect (random effects), month and year of the last and the actual calving, calving number and (more) sex of calf (fixed effects). The sire effect and calving number significantly affected both studied traits, while calf sex affected only the RF. The calving interval and R F by least square means were: 433.84 ± 88.20 days and 184.69 ± 37.09 kg, respectively. The heritability coefficients estimated by intraclass correlation of paternal half-sisters were .32 ± .15 and .49 ± .19, for CI. and RF. respectively.

Campello, Claudio Cabral; Martins Filho, Raimundo; Lobo, Raimundo Nonato Braga

1999-01-01

105

Significant differences in cesarean section rates between a private and a public hospital in Brazil Diferença notável nas taxas de parto cesariano em hospital público e hospital privado no Brasil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available This paper evaluates the association of maternal variables and of variables related to prenatal and delivery care with cesarean sections at a public and at a private maternity. A retrospective cross-sectional study was performed at a public maternity clinic (2,889 deliveries) and at a private maternity clinic (2,911 deliveries) in the city of Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil. The prevalence of cesarean sections was 18.9% at the public maternity clinic and 84.3% at the private one. The factors associated with cesarean sections at both hospitals were: mothers from other cities, aged > 25 years and with hypertension. Having more than one child was a protective factor. At the public hospital, cesarean sections were more frequent on Wednesdays and from 12:00 to 23:59 hours of any day of the week, whereas at the private hospital they occurred on any day, though were less common on Sundays, and at any time except in the early morning. At the private hospital, cesarean sections were more frequent when performed by the doctor who had provided the prenatal care. Non-medical factors were more associated with cesarean sections in the private maternity clinic than biological or clinical factors related to pregnancy.Este artigo avalia a associação de variáveis maternas e aquelas relacionadas ao cuidado pré-natal e ao parto com a ocorrência de cesáreas em um hospital público e em um hospital privado. Um estudo de corte transversal, retrospectivo, foi desenvolvido em uma maternidade pública (2.889 partos) e em uma maternidade privada (2.911 partos) em Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. A prevalência de cesárea foi 18,9% e 84,3%, respectivamente, na maternidade pública e na particular. Os fatores associados ao parto cesariano nos dois hospitais foram: mães procedentes de outras cidades, com idade > 25 anos e hipertensas. Ter mais de um filho foi fator protetor. No hospital público, a cesárea foi mais freqüente às quartas-feiras e das 12h00min às 23h59min de qualquer dia da semana, enquanto no hospital privado prevaleceram em qualquer dia, exceto aos domingos, e em qualquer horário, exceto de madrugada. Neste hospital, a cesárea foi mais freqüente quando realizada pelo médico que acompanhou o pré-natal. Fatores não médicos foram mais associados com os partos operatórios na maternidade privada do que fatores biológicos ou clínicos das gestantes.

Sueli de Almeida; Heloisa Bettiol; Marco Antonio Barbieri; Antônio Augusto Moura da Silva; Valdinar Sousa Ribeiro

2008-01-01

106

Patterns of deliveries in a Brazilian birth cohort: almost universal cesarean sections for the better-off Padrones de partos en una cohorte de nacimientos: cesáreas casi universales para los riesgos Padrões dos partos em uma coorte de nascimentos: cesarianas quase universais para os ricos  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJECTIVE: To describe the patterns of deliveries in a birth cohort and to compare vaginal and cesarean section deliveries. METHODS: All children born to mothers from the urban area of Pelotas, Brazil, in 2004, were recruited for a birth cohort study. Mothers were contacted and interviewed during their hospital stay when extensive information on the gestation, the birth and the newborn, along with maternal health history and family characteristics was collected. Maternal characteristics and childbirth care financing - either private or public healthcare (SUS) patients - were the main factors investigated along with a description of C-sections distribution according to day of the week and delivery time. Standard descriptive techniques, ?² tests for comparing proportions and Poisson regression to explore the independent effect of C-section predictors were the methods used. RESULTS: The overall C-section rate was 45%, 36% among SUS and 81% among private patients, where 35% of C-sections were reported elective. C-sections were more frequent on Tuesdays and Wednesdays, reducing by about a third on Sundays, while normal deliveries had a uniform distribution along the week. Delivery time for C-sections was markedly different among public and private patients. Maternal schooling was positively associated with C-section among SUS patients, but not among private patients. CONCLUSIONS: C-sections were almost universal among the wealthier mothers, and strongly related to maternal education among SUS patients. The patterns we describe are compatible with the idea that C-sections are largely done to suit the doctor's schedule. Drastic action is called for to change the current situation.OBJETIVO: Describir el padrón de los partos en una cohorte de nacimientos, comparando partos normales y cesáreos. MÉTODOS: Todos los recién nacidos de moradoras de área urbana de Pelotas (Sur de Brasil) en 2004 fueron reclutados para una cohorte de nacimientos. Las madres fueron entrevistadas aún en el hospital, cuando informaciones detalladas de la gestación, el parto y el recién nacido, junto con una historia de salud materna y características de la familia fueron colectadas. Características maternas y el financiamiento del parto fueron los principales factores estudiados. También se hizo descripción de la distribución de las cesáreas por hora del día y día de la semana. Técnicas de padrón de análisis descriptivo y pruebas chi-cuadrado para comparar proporciones y regresión Poisson para explorar el efecto independiente de predictores de la cesárea fueron los métodos utilizados. RESULTADOS: La tasa global de cesáreas fue de 45%, 36% entre pacientes del servicio público y 81% en el servicio privado, donde se relató que 35% de las cesáreas fueron electivas. Las cesáreas fueron más frecuentes martes y miércoles, con una reducción de cerca de un tercio los domingos, mientras que los partos normales presentaron distribución uniforme a lo largo de la semana. El horario de las cesáreas en el servicio público y en el privado fue muy diferente. La escolaridad materna se asoció positivamente con la cesárea entre las madres del servicio público, pero no del privado. CONCLUSIONES: La cesárea fue muy frecuente entre las madres más ricas, y fuertemente asociada con la escolaridad materna entre pacientes del servicio público. Los padrones descritos son compatibles con la hipótesis de que las cesáreas son hechas, en gran parte, para atender la conveniencia de las agendas de los médicos. La situación actual sólo será revertida con políticas radicales.OBJETIVO: Descrever o padrão dos partos em uma coorte de nascimentos, comparando partos normais e cesarianos. MÉTODOS: Todos os recém-nascidos de moradoras da área urbana de Pelotas (RS) em 2004 foram recrutados para uma coorte de nascimentos. As mães foram entrevistadas ainda no hospital, quando informações detalhadas sobre a gestação, o parto e o recém-nascido, junto com um histórico da saúde materna e características da família foram

Aluísio J D Barros; Iná S Santos; Alicia Matijasevich; Marlos Rodrigues Domingues; Mariângela Silveira; Fernando C Barros; Cesar G Victora

2011-01-01

107

Fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico em um centro de parto normal Factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en un centro de parto normal Meconium-stained amniotic fluid and maternal and neonatal factors associated  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Analisar a frequência e os fatores maternos e neonatais associados ao mecônio no líquido amniótico no parto. MÉTODOS: Estudo transversal com 2.441 nascimentos em um centro de parto normal hospitalar em São Paulo, SP, em março e abril de 2005. A associação entre mecônio no líquido amniótico e as variáveis independentes (idade materna, paridade, ter ou não cesariana prévia, idade gestacional, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina no trabalho de parto, dilatação cervical na admissão, tipo do parto atual, peso do RN, índice de Apgar de 1º e 5º minutos de vida) foi expressa como razão de prevalência. RESULTADOS: Verificou-se mecônio no líquido amniótico em 11,9% dos partos; 68,2% desses foram normais e 38,8%, cesarianas. O mecônio esteve associado a: primiparidade (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73), idade gestacional ? 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25), ocitocina no parto (RP = 1,83, IC95% 1,60;2,10), cesariana (RP = 2,65; IC95% 2,17;3,24) e índice de Apgar OBJETIVO: Analizar la frecuencia y los factores maternos y neonatales asociados al meconio en el líquido amniótico en el parto. MÉTODOS: Estudio transversal con 2.441 nacimientos en un centro de parto normal hospitalario en Sao Paulo, SP, en marzo y abril de 2005. La asociación entre meconio en el líquido amniótico y las variables independientes (edad materna, paridad, tener o no cesárea previa, edad de gestación, antecedentes obstétricos, uso de ocitocina en el trabajo de parto, dilatación cervical en la admisión, tipo de parto actual, peso del RN, índice de Apgar de 1º y 5º minutos de vida) fue expresada como el cociente de prevalencia. RESULTADOS: Se verificó meconio en el líquido amniótico en 11,9% de los partos; 68,2% de estos fueron normales y 38,8%, con cesárea. El meconio estuvo asociado a: primiparidad (RP = 1,49; IC95% 1,29;1,73), edad de gestación ? 41 semanas (RP = 5,05; IC95% 1,93;13,25), ocitocina en el parto (RP = 1,83, IC95% 1,60;2,10), cesárea (RP = 2,65; IC95% 2,17;3,24) e índice de Apgar OBJECTIVE: To identify the frequency and maternal and neonatal factors associated with meconium-stained amniotic fluid at birth. METHODS: Cross-sectional study carried out with 2,441 births at an in-hospital birth center in the city of São Paulo (Southeastern Brazil) in March and April, 2005. The association between meconium-stained amniotic fluid and the independent variables (maternal age, parity, previous c-section or not, gestational age, obstetric history, oxytocin use in the labor, cervical dilation at admission, mode of current delivery, newborn weight, Apgar score at the 1st and 5th minute) was expressed as prevalence ratio (PR). RESULTS: Meconium-stained amniotic fluid was verified in 11.9% of the births; 68.2% of these were normal births and 38.8% c-sections. Meconium was associated with: primiparity (PR=1.49, 95%CI 1.29; 1.73), gestational age ? 41 weeks (PR = 5.05, 95%CI 1.93;13.25), oxytocin in labor (PR = 1.83, 95%CI 1.60; 2.10), c- section (PR = 2.65, 95%CI 2.17; 3.24) and Apgar scores < 7 at the 5th minute (PR = 2.96, 95%CI 2,94;2,99). Neonatal mortality was 1.6/1,000 live births. Meconium-stained amniotic fluid was found in 50% of neonatal deaths and it was associated with higher rates of surgical deliveries. CONCLUSIONS: Oxytocin use, worse conditions of the newborn after the delivery and increased c-section rates were factors associated with meconium-stained amniotic fluid. Routine use of oxytocin in the intrapartum period could be evaluated due to its association with meconium-stained amniotic fluid.

Ruth Hitomi Osava; Flora Maria Barbosa da Silva; Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de Oliveira; Esteban Fernandez Tuesta; Maria Clara Estanislau do Amaral

2012-01-01

108

Atividade ovariana pós-parto em ovelhas Santa Inês sob diferentes manejos de amamentação na região semiárida do Nordeste Ovarian activity in Santa Inês sheep under different types of suckling in semi-arid area of Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objetivou-se investigar o efeito de diferentes manejos de amamentação sobre a atividade ovariana pós-parto em ovelhas da raça Santa Inês por meio das concentrações circulantes de progesterona. Foram utilizadas 18 fêmeas com idade entre 22 e 72 meses. Após o parto, os cordeiros ficaram com as ovelhas até o 14º diae, a partir do 15º dia foram distribuídas em dois grupos: amamentação contínua (n=9) e controlada (n=9). As coletas de sangue para a dosagem de progesterona aconteceram a cada sete dias a partir do parto até o primeiro estro e, em seguida, a cada quatro dias até o segundo estro. Houve atividade ovulatória silenciosa antes do primeiro estro pós-parto em 85,70% (5/9) e 25% (3/9) das fêmeas em amamentação contínua e controlada, respectivamente. As ovelhas com amamentação contínua apresentaram o estro mais tardiamente (37,71±3,34 dias) do que as com mamada controlada (26,12±2,4 dias). As concentrações plasmáticas de progesterona entre o parto e o primeiro estro foram 2,81±1,58ng/mL vs 1,45±0,59ng/mL e ao estro 0,25±0,34ng/mL vs 0,32±0,18ng/mL para amamentação contínua e controlada, respectivamente. Os níveis médios de progesterona entre o primeiro e o segundo estro pós-parto foram 1,53±0,54 ng/mL e 2,50±1,09ng/mL, para amamentação contínua e controlada, respectivamente, estes estros ocorreram em 77,7% vs 100% e 66.6% vs 100% das fêmeas, na mesma ordem. Conclui-se que a amamentação tem influência sobre a atividade ovariana pós-parto em ovelhas Santa Inês e ciclos curtos e silenciosos são necessários para uma atividade cíclica normal no pós-parto.Aiming to investigate the suckling effect on ovarian activity in postpartum Santa Inês ewes through progesterone levels, it was used 18 females aging between 22 and 72 months. After parturition, the lambs stayed with the dams until the 14th day and from the 15th day they were divided in two treatments: continuous and controlled suckling. The blood collection for progesterone happened each seven days from parturition until the first estrous, and, thereafter, each 4 days until the second estrous. There was a silence ovulatory activity before the first postpartum estrous in 85.70% and 25% of the animals submitted to continuos and controlled suckling, while the occurrence of first estrous in the first group was delayed (37.71±3.34 days) in relation to controlled suckling group (26.12±2.4 days). The progesterone average levels between the parturition and the first estrous postpartum were 2.81±1.58ng/mL versus 1.45±0.59ng/mL, and on estrous were 0.25±0,34ng/mL versus 0,32±0,18ng/mL, for females under continuos and controlled suckling, respectively. The progesterone average levels between the first and the second estrous postpartum were 1.53±0.54ng/mL and 2.50±1.09ng/mL, for females under continuos and controlled suckling, respectively, happened these estrous in 77.7% versus 100% and 66.6% versus 100% for females, in the same order. It is concluded that suckling stimuli has influence on the postpartum ovarian activity in Santa Inês ewes and short and silent cycles are necessaries to normal postpartum ovarian cyclic.

Angela Maria Xavier Eloy; Pedro Humberto Félix de Souza; Aurino Alves Simplício

2011-01-01

109

Assistência ao parto em São Leopoldo (RS): um estudo de base populacional Assistance to obstetrical deliveries in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State: a population-based study  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo foi descrever as condições estruturais de assistência ao parto, estabelecer o percentual de cesarianas, as características de atenção ao parto e verificar a associação do tipo e presença de pediatra no parto com variáveis socioeconômicas. Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 840 mulheres de 20 a 49 anos residentes na zona urbana de São Leopoldo (RS). Entre as 840 mulheres entrevistadas na pesquisa, 36 (4,3%) tiveram filho nos doze meses anteriores à realização da pesquisa. O percentual de mulheres que tiveram parto cesáreo foi de 52,8%. Quanto à realização do parto, 97,2% foram feitos por médico e 72,2% das mulheres referiram a presença de pediatra no momento do parto. O financiamento do parto ocorreu em 68,6% dos casos pelo SUS, 20% foram financiados pelos planos privados de saúde e 11,4% foram pagos de forma particular. O parto cesáreo foi menos frequente entre as mulheres de nível socioeconômico mais baixo (RP 0,42; IC95% 0,20-0,86). Verificou-se que 30,4% das mulheres que receberam cuidados pelo SUS não manifestaram presença de pediatra no momento do parto. Foram encontradas evidências mostrando a associação de tipo de parto e variáveis que expressam classe econômica, sendo possível afirmar que a remuneração interfere no tipo de parto.The study was carried out to describe the deliveries structural conditions, characteristics of assistance to the deliveries, to establish the percentage of cesarean section, and to verify the association between the presence of the pediatrician and the type of childbirth with socioeconomic variables. A cross-sectional population-based study was carried out including 840 women from 20 to 49 years old resident in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State. Among them, 36 (4.3%) had children within 12 months prior the research. The percentage of women who had caesarian delivery was 52.8%. Regarding the obstetric delivery, 97.2% had been assisted by a doctor and 72.2% of the women had reported the presence of pediatrician at the time of the labor. In 68.6% of the cases the delivery process was financed by the SUS, 20% were by private health care plans and 11.4% were privately paid. The caesarean delivery was less frequent among the women belonging to lower socioeconomic levels (prevalence rate 0.42; CI95% 0.20-0.86). It was verified that 30.4% of the women who had received maternal care by SUS did not report the presence of pediatrician in the labor. It was evidenced the association of the type of delivery and some variables related to economic class, making it possible to state that financial compensation intervenes with the type of obstetrical delivery.

Margareth Schreiner; Juvenal Soares Dias da Costa; Maria Teresa Anselmo Olinto; Stela Nazareth Meneghel

2010-01-01

110

Assistência ao parto em São Leopoldo (RS): um estudo de base populacional/ Assistance to obstetrical deliveries in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State: a population-based study  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo foi descrever as condições estruturais de assistência ao parto, estabelecer o percentual de cesarianas, as características de atenção ao parto e verificar a associação do tipo e presença de pediatra no parto com variáveis socioeconômicas. Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 840 mulheres de 20 a 49 anos residentes na zona urbana de São Leopoldo (RS). Entre as 840 mulheres entrevistadas na pesquisa, 36 (4,3%) tiveram fi (more) lho nos doze meses anteriores à realização da pesquisa. O percentual de mulheres que tiveram parto cesáreo foi de 52,8%. Quanto à realização do parto, 97,2% foram feitos por médico e 72,2% das mulheres referiram a presença de pediatra no momento do parto. O financiamento do parto ocorreu em 68,6% dos casos pelo SUS, 20% foram financiados pelos planos privados de saúde e 11,4% foram pagos de forma particular. O parto cesáreo foi menos frequente entre as mulheres de nível socioeconômico mais baixo (RP 0,42; IC95% 0,20-0,86). Verificou-se que 30,4% das mulheres que receberam cuidados pelo SUS não manifestaram presença de pediatra no momento do parto. Foram encontradas evidências mostrando a associação de tipo de parto e variáveis que expressam classe econômica, sendo possível afirmar que a remuneração interfere no tipo de parto. Abstract in english The study was carried out to describe the deliveries structural conditions, characteristics of assistance to the deliveries, to establish the percentage of cesarean section, and to verify the association between the presence of the pediatrician and the type of childbirth with socioeconomic variables. A cross-sectional population-based study was carried out including 840 women from 20 to 49 years old resident in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State. Among them, 36 (4.3%) (more) had children within 12 months prior the research. The percentage of women who had caesarian delivery was 52.8%. Regarding the obstetric delivery, 97.2% had been assisted by a doctor and 72.2% of the women had reported the presence of pediatrician at the time of the labor. In 68.6% of the cases the delivery process was financed by the SUS, 20% were by private health care plans and 11.4% were privately paid. The caesarean delivery was less frequent among the women belonging to lower socioeconomic levels (prevalence rate 0.42; CI95% 0.20-0.86). It was verified that 30.4% of the women who had received maternal care by SUS did not report the presence of pediatrician in the labor. It was evidenced the association of the type of delivery and some variables related to economic class, making it possible to state that financial compensation intervenes with the type of obstetrical delivery.

Schreiner, Margareth; Costa, Juvenal Soares Dias da; Olinto, Maria Teresa Anselmo; Meneghel, Stela Nazareth

2010-06-01

111

Acurácia diagnóstica da histerossalpingografia e da ultra-sonografia para avaliação de doenças da cavidade uterina em pacientes com abortamento recorrente/ Diagnostic accuracy of hysterosalpingography and transvaginal sonography to evaluate uterine cavity diseases in patients with recurrent miscarriage  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: avaliar a acurácia da histerossalpingografia e da ultra-sonografia transvaginal bidimensional para o diagnóstico de defeitos uterinos em pacientes com aborto recorrente. MÉTODOS: oitenta pacientes com história de dois ou mais abortos espontâneos consecutivos foram submetidas a histerossalpingografia, ultra-sonografia bidimensional pélvica e transvaginal e histeroscopia ambulatorial. Os achados foram divididos em três grupos: alterações da forma, sinéqu (more) ias e lesões polipóides. A histeroscopia foi considerada padrão-ouro. A concordância entre os diferentes métodos foi avaliada pelo coeficiente kappa e sua significância foi testada. O nível de significância adotado foi de 0,05 (alfa=5%). Sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo, com intervalos de confiança de 95%, foram calculados. RESULTADOS: defeitos cavitários foram diagnosticados em 29 (36,3%) pacientes, sendo 11 (13,7%) alterações da forma, 17 (21,3%) sinéquias e uma (1,3%) lesão polipóide. A concordância global da histerossalpingografia com a histeroscopia foi de 85,0%, ao passo que da ultra-sonografia foi de apenas 78,7%. Os melhores resultados da histerossalpingografia foram obtidos para os diagnósticos de alterações da forma e sinéquias (acurácia de, respectivamente, 97,5 e 95%). Para lesões polipóides, a histerossalpingografia teve acurácia de apenas 92,5%, devido ao baixo valor preditivo positivo (14,3%). A ultra-sonografia teve acurácia inferior para todos os diagnósticos, 93,7% para alterações da forma e 85% para detecção de sinéquias, às custas principalmente de baixa sensibilidade. CONCLUSÕES: a histerossalpingografia revelou boa acurácia diagnóstica para a pesquisa da cavidade uterina em pacientes com aborto recorrente. A ultra-sonografia mostrou especificidade alta, porém com baixa sensibilidade. Abstract in english PURPOSE: to evaluate the diagnostic accuracy of hysterosalpingography (HSG) and transvaginal sonography (TVS) in terms of detecting uterovaginal anomalies in women with a history of recurrent miscarriage. METHODS: eighty patients who presented two or more consecutive miscarriages were submitted to HSG, TVS and hysteroscopy (HSC). The following diagnoses were considered separately: uterine malformations, intrauterine adhesions and polypoid lesions. Hysteroscopy was the gol (more) d standard. The matching among the different methods was evaluated by the kappa coefficient and its significance was tested. The significance level was 0.05 (alpha=5%). Sensitivity, specificity, positive and negative predictive values, with 95% of statistical confidence interval, were calculated. RESULTS: uterovaginal anomalies were detected in 29 (36.3%) patients: 11 (13.7%) were uterine malformations, 17 (21.3%) intrauterine adhesions and one (1.3%) a polypoid lesion. The global matching between HSG and HSC was 85.5%, while between TVS and HSC it was only 78.7%. The best accuracy of HSG appeared to be for the diagnosis of uterine malformations and intrauterine adhesions (diagnostic accuracy of 97.5 and 95%, respectively). For the diagnosis of polypoid lesions, HSG had a diagnostic accuracy of only 92.5%, due to the low rate of positive predictive value (14.3%). TVS had a worse accuracy for all diagnoses, 93.7% for the diagnosis of uterine malformations and 85% for intrauterine adhesions, due to low sensitivity. CONCLUSIONS: histerosalpingography showed a good diagnostic accuracy for the diagnosis of uterine cavity diseases. TVS had good specificity, but with low sensitivity.

Traina, Évelyn; Mattar, Rosiane; Moron, Antônio Fernandes; Albuquerque Neto, Luiz Cavalcanti de; Matheus, Elisabeth D'Elia

2004-01-01

112

A reanimação do prematuro extremo em sala de parto: controvérsias/ Controversies about the resuscitation of extremely preterm infants in the delivery room  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Relatar as principais controvérsias quanto aos procedimentos atualmente realizados na reanimação de recém-nascidos de extremo baixo peso na sala de parto. FONTES DOS DADOS: Revisão sistemática dos artigos incluídos em MEDLINE, SciELO e Cochrane Library e dos temas livres publicados em congressos internacionais e nacionais, utilizando-se as palavras-chave reanimação, asfixia e recém-nascido. SÍNTESE DOS DADOS: As principais controvérsias incluem aspec (more) tos relacionados à oxigenação e à ventilação do prematuro de extremo baixo peso ao nascimento. Os efeitos da administração de oxigênio em concentrações entre 21% e 100% precisam ser investigados. Os parâmetros adequados de pressão inspiratória, volume pulmonar e pressão expiratória final positiva necessitam ser estabelecidos com a finalidade de minimizar o barotrauma e o volutrauma. Os benefícios da aplicação da pressão positiva contínua de vias aéreas por via nasal também precisam ser bem determinados através de ensaios clínicos randomizados. Além disso, reanimadores manuais devem ser desenvolvidos para otimizar a administração desses parâmetros e minimizar a lesão pulmonar no início da vida extra-uterina. Estudos clínicos sobre a administração ao nascimento de adrenalina, expansores de volume e bicarbonato de sódio são inexistentes em prematuros de muito baixo peso. Adicionalmente, o principal dilema ético envolve a decisão conjunta entre os profissionais e os pais de não iniciar a reanimação na dependência da idade gestacional. CONCLUSÕES: A conduta atualmente vigente poderá ser modificada a partir dos resultados de ensaios clínicos randomizados e controlados, em conjunto com a avaliação do desenvolvimento, realizados em recém-nascidos de extremo baixo peso submetidos à reanimação na sala de parto. Abstract in english OBJECTIVE: To describe the main controversies about resuscitation procedures performed in extremely low birth weight infants in the delivery room. SOURCES OF DATA: Systematic review including articles from MEDLINE, SciELO and Cochrane Library, and abstracts published in national and international proceedings, using the keywords resuscitation, asphyxia, and newborn infant. SUMMARY OF THE FINDINGS: The main controversies concern the oxygenation and ventilation of extremely (more) low birth weight infants. The effects of oxygen concentrations between 21 and 100% need to be addressed. Appropriate inspiratory pressure, lung volume, and positive end-expiratory pressure parameters also need to be established in order to decrease barotrauma and volutrauma. The benefits of nasal continuous positive airway pressure may be determined through randomized clinical trials. On top of that, manual resuscitation devices have to be developed in order to optimize these ventilatory parameters and to reduce lung injury. So far, clinical trials on the administration of epinephrine, volume expanders, and sodium bicarbonate to extremely low birth weight infants have not been published. In addition, the main ethical dilemma concerns the decision of health professionals and parents not to initiate resuscitation procedures at very low gestational ages. CONCLUSIONS: In the future, guidelines may be modified based on the results of randomized and controlled clinical trials, as well as neurodevelopmental follow-up studies, involving extremely low birth weight infants submitted to resuscitation procedures in the delivery room.

Almeida, Maria Fernanda Branco de; Guinsburg, Ruth

2005-03-01

113

Características da assistência ao trabalho de parto e parto em três modelos de atenção no SUS, no Município de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Characteristics of labor and delivery care in three healthcare models within the Unified National Health System in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Estudo transversal com 831 gestantes, de risco habitual, sobre o manejo do trabalho de parto num Centro de Parto Normal (CPN), num hospital vencedor do título "Galba de Araújo" (HG) e numa maternidade com modelo assistencial prevalente (HP). O uso da ocitocina no CPN foi de 27,9%, no HG 59,5% e no HP 40,1%, enquanto a amniotomia foi realizada em 67,6%, 73,6% e 82,2% das mulheres, respectivamente. A realização da episiotomia foi menor nas modalidades com incorporação de práticas humanizadas: 7,2% no CPN e 14,8% no HG versus 54,9% no HP. A prática de oferta liberal no HG resultou numa taxa de analgesia superior (54,4%) à do HP (7,7%). O percentual de internação dos recém-nascidos e o de parto a fórceps foram mais altas no HP, mas não houve diferenças para o índice de Apgar e para a taxa de cesárea. Os resultados sugerem resistência ao uso seletivo de intervenções em todos os modelos assistenciais, embora favoreçam o CPN como estratégia no controle das intervenções durante o trabalho de parto e parto nas gestantes de risco habitual sem prejuízos para as mulheres e os recém-nascidos.This cross-sectional study of 831 low-risk pregnancies compared the management of labor and delivery in a birthing center, a hospital that had previously won the "Galba de Araújo" Award (for excellence in obstetric and neonatal care), and a standard-protocol maternity facility. The rates for use of ocytocin during labor were 27.9%, 59.5%, and 40.1%, while amniotomy was performed in 67.6%, 73.6%, and 82.2% of the women, respectively. Episiotomy rates were lower in the first two facilities, which have adopted patient-centered obstetric practices (7.2% at the birthing center and 14.8% at the award-winning hospital) as compared to 54.9% at the standard maternity facility. The liberal offer of epidural anesthesia at the awarding-winning hospital resulted in a higher anesthesia rate (54.4%) as compared to the standard facility (7.7%). Forceps delivery and neonatal admission rates were higher in the standard hospital, but there were no differences in mean Apgar or cesarean rates. The findings suggest resistance to selective use of interventions in all three models of obstetric care, although favoring the birthing center as a strategy for controlling interventions during labor and childbirth in low-risk pregnancies, with no resulting harm to the mothers or newborns.

Sibylle Emilie Vogt; Simone Grilo Diniz; Carlos Mendes Tavares; Nagela Cristine Pinheiros Santos; Camilla Alexsandra Schneck; Bianca Zorzam; Débora de Andrade Vieira; Kátia Silveira da Silva; Marcos Augusto Bastos Dias

2011-01-01

114

Progestágeno intravaginal para controle do estro e do parto em fêmeas suínas Intravaginal progestagen for estrus and parturition control in sows  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de dispositivos intravaginais (DIV) para o controle da reprodução em suínos. Porcas aos 112 dias de gestação receberam injeção de PGF2? (controle, n = 15) ou PGF2? com inserção de DIV contendo acetato de medroxiprogesterona (grupo DIV, n = 14) por 48 horas. As fêmeas iniciaram o parto 27,7±1,6 e 82,3±3,8 horas após aplicação de PGF2? nos grupos controle e tratado, respectivamente. Quanto ao controle do estro, dez porcas receberam DIV por 12 dias, iniciando imediatamente após o desmame, e o estro foi confirmado aos 17,25±0,17 dias após o desmame, em comparação a 4±0,25 dias no grupo controle. Dispositivos intravaginais com progestágeno podem ser utilizados no controle da reprodução em suínos.The objective of this work was to evaluate the use of intravaginal devices (IVD) for the control of reproductive events in swine. Sows at 112 days of pregnancy received an injection of PGF2? (control, n = 15) or PGF2? plus an IVD containing medroxyprogesterone acetate (IVD group, n = 14) for 48 hours. Sows initiated labor 27.7±1.6 and 82.3±3.8 h after PGF2? aplicaction, in control and treated groups, respectively. Regarding control of estrus cycle, ten sows received IVD for 12 days starting immediately after weaning, and estrus was confirmed 17.25±0.17 days after weaning, in comparison to 4.00±0.25 days for the control group. Intravaginal devices with progestagen can be applied for the control of reproduction in swine.

Bernardo Garziera Gasperin; Gabriel Fernando Freling; Rogério Ferreira; João Francisco Coelho de Oliveira; Vilceu Bordignon; Paulo Bayard Dias Gonçalves

2011-01-01

115

Intravaginal progestagen for estrus and parturition control in sows/ Progestágeno intravaginal para controle do estro e do parto em fêmeas suínas  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de dispositivos intravaginais (DIV) para o controle da reprodução em suínos. Porcas aos 112 dias de gestação receberam injeção de PGF2? (controle, n = 15) ou PGF2? com inserção de DIV contendo acetato de medroxiprogesterona (grupo DIV, n = 14) por 48 horas. As fêmeas iniciaram o parto 27,7±1,6 e 82,3±3,8 horas após aplicação de PGF2? nos grupos controle e tratado, respectivamente. Quanto ao (more) controle do estro, dez porcas receberam DIV por 12 dias, iniciando imediatamente após o desmame, e o estro foi confirmado aos 17,25±0,17 dias após o desmame, em comparação a 4±0,25 dias no grupo controle. Dispositivos intravaginais com progestágeno podem ser utilizados no controle da reprodução em suínos. Abstract in english The objective of this work was to evaluate the use of intravaginal devices (IVD) for the control of reproductive events in swine. Sows at 112 days of pregnancy received an injection of PGF2? (control, n = 15) or PGF2? plus an IVD containing medroxyprogesterone acetate (IVD group, n = 14) for 48 hours. Sows initiated labor 27.7±1.6 and 82.3±3.8 h after PGF2? aplicaction, in control and treated groups, respectively. Regarding control of estrus cycle, ten so (more) ws received IVD for 12 days starting immediately after weaning, and estrus was confirmed 17.25±0.17 days after weaning, in comparison to 4.00±0.25 days for the control group. Intravaginal devices with progestagen can be applied for the control of reproduction in swine.

Gasperin, Bernardo Garziera; Freling, Gabriel Fernando; Ferreira, Rogério; Oliveira, João Francisco Coelho de; Bordignon, Vilceu; Gonçalves, Paulo Bayard Dias

2011-08-01

116

Etiologia das infecções intramamárias em vacas primíparas no período pós-parto Etiology of intramammary infections in primiparous cows at postparturition  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Foram analisadas 664 amostras de leite de 83 vacas primíparas da raça Holandesa. As amostras foram colhidas no primeiro e no sétimo dia após o parto. Das 664 amostras analisadas, 488 (73,50%) foram bacteriologicamente negativas e 176 (26,50%), positivas para microrganismos aeróbios. Foi observado um alto índice de mastite clínica (20,48%). Os agentes isolados com maior freqüência foram os Staphylococcus spp coagulase negativo (64,20%), Staphylococcus spp coagulase positivo (8,52%), Streptococcus spp (7,96%), Actinomyces pyogenes (4,55%), Mycoplasma bovigenitalium (3,40%) e Escherichia coli (2,84%). Foi observado um maior índice de isolamento de patógenos no primeiro dia (17,62%) em relação ao sétimo (8,88%).A total of 664 foremilk samples from 83 Holstein cows were cultured. Quarter samples were collected at parturition and 7 days post the first parturition. From 664 milk samples examined, 488 (73.50%) were bacteriologically negative and 176 (26.50%) were positive. A high incidence (20.48%) of clinical mastitis was observed. The most frequently encountered isolates were coagulase negative staphylococci (64.20%), coagulase positive staphylococci (8.52%), streptococci (7.96%), Actinomyces pyogenes (4.55%), Mycoplasma bovigenitalium (3.40%) and Escherichia coli (2.84%). The frequency of mastitis pathogen isolation was highest at parturition (17.62%) and decreased markedly during the first week (8.88%).

Paulo Eduardo Pardo; Elena Mettifogo; Ernst Eckehardt Müller; Elmiro Rosendo do Nascimento; Melissa Buzinhani; Maurício Yamaguti; Júlio Cesar de Freitas

1998-01-01

117

Atenção qualificada ao parto: a equipe de enfermagem em Rio Branco, Acre, Brasil/ Qualified care of childbirth: the nursing staff in Rio Branco, Acre, Brazil/ Atención calificada del parto: el equipo de enfermería en Río Branco, Acre, Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Este estudo teve como objetivo identificar e caracterizar os profissionais de enfermagem que prestam assistência ao parto, nas maternidades do município de Rio Branco-AC. Foi realizado nas duas maternidades do Município. A população estudada foi composta por 30 profissionais de enfermagem. Os dados foram coletados por meio de entrevistas. Os resultados mostraram que, dos 25 (83,3%) profissionais de enfermagem que realizam parto normal, 18 (72%) receberam treinamento (more) por meio de educação informal, isto é, acompanhando e sendo acompanhados por outro profissional durante a jornada de trabalho. Conclui-se que, segundo critérios da Organização Mundial de Saúde, apenas sete (28%) profissionais de enfermagem, que prestam assistência à parturiente, são considerados qualificados para este atendimento, revelando que existe necessidade de qualificação de grande parte da equipe que atende as mulheres e seus recém-nascidos durante o parto e nascimento, nas instituições de saúde de Rio Branco. Abstract in spanish Este estudio tuvo como objetivo identificar y caracterizar a los profesionales de enfermería que atienden el parto, en las maternidades del municipio de Rio Branco-AC. Fue realizado en las dos maternidades del Municipio. La población estudiada estuvo compuesta por 30 profesionales de enfermería. Los datos fueron recolectados por medio de entrevistas. Los resultados mostraron que, de los 25 (83,3%) profesionales de enfermería que atienden el parto normal, 18 (72%) reci (more) bieron capacitación a través de educación informal, esto es, acompañando y siendo acompañados por otro profesional durante la jornada de trabajo. Se concluye que, según los criterios de la Organización Mundial de la Salud, apenas siete (28%) profesionales de enfermería, que prestan asistencia a la parturienta, son considerados calificados para esta atención, revelando que existe necesidad de calificación de gran parte del equipo que atiende a las mujeres y sus recién nacidos durante el parto y nacimiento, en las instituciones de salud de Rio Branco. Abstract in english This study aimed at identifying and characterizing nursing care professionals assisting childbirth at maternity hospitals in the city of Rio Branco, State of Acre. It was conducted at the city's two maternity hospitals (one philanthropic institution and one public). The studied population consisted of 30 nursing professionals. The data were collected by means of interviews. The results showed that of the 25 (83.3%) nursing professionals who performed natural childbirth, 1 (more) 8 (72%) had been given training to perform childbirth through informal education, that is, by following or being followed by another professional during their work. It was concluded that, according to the World Health Organization criteria, only 7 (28%) nursing professionals giving care to parturient women at Rio Branco's institutions may be considered to be qualified for such care giving practice, thus showing that there is a need to qualify most of the nursing staff assisting women in labor and giving birth and their newborns.

Dotto, Leila Maria Geromel; Mamede, Marli Vilela

2008-06-01

118

Atenção qualificada ao parto: a equipe de enfermagem em Rio Branco, Acre, Brasil Atención calificada del parto: el equipo de enfermería en Río Branco, Acre, Brasil Qualified care of childbirth: the nursing staff in Rio Branco, Acre, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este estudo teve como objetivo identificar e caracterizar os profissionais de enfermagem que prestam assistência ao parto, nas maternidades do município de Rio Branco-AC. Foi realizado nas duas maternidades do Município. A população estudada foi composta por 30 profissionais de enfermagem. Os dados foram coletados por meio de entrevistas. Os resultados mostraram que, dos 25 (83,3%) profissionais de enfermagem que realizam parto normal, 18 (72%) receberam treinamento por meio de educação informal, isto é, acompanhando e sendo acompanhados por outro profissional durante a jornada de trabalho. Conclui-se que, segundo critérios da Organização Mundial de Saúde, apenas sete (28%) profissionais de enfermagem, que prestam assistência à parturiente, são considerados qualificados para este atendimento, revelando que existe necessidade de qualificação de grande parte da equipe que atende as mulheres e seus recém-nascidos durante o parto e nascimento, nas instituições de saúde de Rio Branco.Este estudio tuvo como objetivo identificar y caracterizar a los profesionales de enfermería que atienden el parto, en las maternidades del municipio de Rio Branco-AC. Fue realizado en las dos maternidades del Municipio. La población estudiada estuvo compuesta por 30 profesionales de enfermería. Los datos fueron recolectados por medio de entrevistas. Los resultados mostraron que, de los 25 (83,3%) profesionales de enfermería que atienden el parto normal, 18 (72%) recibieron capacitación a través de educación informal, esto es, acompañando y siendo acompañados por otro profesional durante la jornada de trabajo. Se concluye que, según los criterios de la Organización Mundial de la Salud, apenas siete (28%) profesionales de enfermería, que prestan asistencia a la parturienta, son considerados calificados para esta atención, revelando que existe necesidad de calificación de gran parte del equipo que atiende a las mujeres y sus recién nacidos durante el parto y nacimiento, en las instituciones de salud de Rio Branco.This study aimed at identifying and characterizing nursing care professionals assisting childbirth at maternity hospitals in the city of Rio Branco, State of Acre. It was conducted at the city's two maternity hospitals (one philanthropic institution and one public). The studied population consisted of 30 nursing professionals. The data were collected by means of interviews. The results showed that of the 25 (83.3%) nursing professionals who performed natural childbirth, 18 (72%) had been given training to perform childbirth through informal education, that is, by following or being followed by another professional during their work. It was concluded that, according to the World Health Organization criteria, only 7 (28%) nursing professionals giving care to parturient women at Rio Branco's institutions may be considered to be qualified for such care giving practice, thus showing that there is a need to qualify most of the nursing staff assisting women in labor and giving birth and their newborns.

Leila Maria Geromel Dotto; Marli Vilela Mamede

2008-01-01

119

Avaliação da assistência ao parto em maternidade terciária do interior do Estado de São Paulo, Brasil Evaluation of delivery care in a tertiary maternity in the interior of State of São Paulo, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a estrutura e o processo de assistência ao parto e ao recém-nascido desenvolvidos na maternidade e na unidade de neonatologia de uma instituição hospitalar de nível terciário do interior do Estado de São Paulo, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo, transversal, voltado para a análise da adesão às normas preconizadas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde em relação ao parto, avaliando-se os recursos existentes e as atividades desenvolvidas durante a assistência. Os dados foram colhidos nos anos de 2004 e 2005, a partir de entrevista com o gestor da maternidade, análise de 293 prontuários amostradose observação de 29 partos realizados. RESULTADOS: a avaliação da estrutura evidenciou a disponibilidade de equipamentos, instrumentais e medicamentos, de obstetra, pediatra e anestesista eausência de quartos de pré-parto, parto e puerpério.Na análise do processo observouse, entre outras,frequências regulares relacionadas à verificação de pressão arterial e ausculta dos batimentos cardíacos fetais; o preenchimento do partograma foi satisfatório; na assistência ao recém-nascido, foram insatisfatórios o aleitamento na primeira hora de vida e ocontato pele a pele. CONCLUSÕES: algumas práticas úteis no partonormal foram pouco utilizadas. Percebese uma tendência à incorporação de práticas baseadas em evidências científicas, quando se considerou a realização de procedimentos como tricotomia, enteroclisma e episiotomia, demonstrando uma mudançapositiva na assistência ao parto.OBJECTIVES: to evaluated the structure and care provided on delivery and for newborns by the maternity an neonatal unit of a tertiary hospital of the interior of State of São Paulo, Brazil. METHODS: a crosscutting descriptive study was carried out in accordance with the desired standards of the Ministry of Health and World Health Organization regarding care on delivery, evaluating the resources and the activities developed during suchcare. The data were collected in 2004 and 2005 from an interview with the maternity manager, analysis of 293 medical reports and observation of 29 deliveries. RESULTS: the evaluation of the structure provided evidence of the availability of equipment, instruments, medicines and a medical team, but a lack of predelivery, delivery and puerperium rooms. It was observed that arterial pressure and fetal heartbeatwere checked frequently on admission and filling outof partograms was satisfactory. In terms of care for the newborn, the frequency of breastfeeding in the first hour of life and skintoskin contact were unsatisfactory. CONCLUSIONS: some useful natural delivery practices were rarely employed. An inclination to incorporate scientific evidence was noticed in proceedings such as shaving, enteroclysis and episiotomy, demon-strating a positive change in delivery care.

Fernanda Cristina Manzini; Vera Therezinha Medeiros Borges; Cristina Maria Garcia de Lima Parada

2009-01-01

120

Determinantes da retenção de peso pós-parto segundo a cor da pele em mulheres do Rio de Janeiro, Brasil Determinants of postpartum weight retention according to skin color among women in Rio de Janeiro, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Investigar os fatores associados à retenção de peso pós-parto segundo a cor da pele. MÉTODOS: Foi conduzido um estudo de coorte com quatro ondas de seguimento: aos 15 dias e 2, 6 e 9 meses pós-parto. As 450 participantes do estudo (idade entre 15 e 45 anos) foram recrutadas em uma maternidade e em um centro municipal de saúde localizados no Município do Rio de Janeiro, Brasil. A retenção de peso pós-parto foi definida como variável dependente. As co-variáveis investigadas foram idade da mãe, estado marital, habilidade para ler uma carta, hábito de fumar, renda familiar mensal em reais, número de filhos, idade ao primeiro parto e escore de atividade física no trabalho e no lazer. Os dados foram analisados em modelos de regressão linear longitudinal multivariados com efeitos mistos. RESULTADOS: Os fatores que permaneceram associados à retenção de peso pós-parto foram: para as mulheres brancas, tempo pós-parto (beta = -0,0061, valor P = 0,0002), estado marital (casada/ solteira beta = -0,9279, valor P = 0,0457) e idade ao primeiro parto (beta = -0,1553, valor P = 0,0364); para as pardas, tempo pós-parto (beta = -0,0062, valor P OBJECTIVE: To investigate factors associated with postpartum weight retention according to skin color in the city of Rio de Janeiro, Brazil, as part of the effort to help control overweight and obesity. METHODS: We carried out a cohort study with data collection at four points after delivery: 15 days, 2 months, 6 months, and 9 months. The 450 participants (15 to 45 years of age) were recruited from a maternity center and a city health center in Rio de Janeiro. Postpartum weight retention was defined as the dependent variable. The following covariates were investigated: maternal age, marital status, ability to read a letter, smoking, monthly family income, number of children, age at first delivery, a score for physical activity at work, and a score for physical activity during leisure time. The data were analyzed using multivariate linear mixed-effects models for longitudinal data. RESULTS: The factors that remained associated with postpartum weight retention for white women were time after delivery (beta = -0.0061, P = 0.0002), marital status (married/single beta = -0.9279, P = 0.0457), and age at first delivery (beta = -0.1553, P = 0.0364). The factors for brown women were time after delivery (beta = -0.0062, P < 0.0001), marital status (married/single beta = -0.6000, P = 0.0145), and work physical activity score (beta = -0.1068, P = 0.0003). The factors for black women were smoking (beta = -1.4635, P = 0.0535) and score for physical activity during leisure time (beta = -0.2422, P = 0.0145). CONCLUSIONS: The factors associated with postpartum weight retention were different for the three skin-color categories. Nevertheless, the data do not indicate the need for different interventions for the three skin-color groups. That is particularly true because the physical activity scores were among the variables associated with weight retention, and any initiative to control obesity should take physical activity into consideration. On the other hand, given the socioeconomic differences among the three skin-color categories, new studies should be developed to investigate in more detail the pattern of postpartum weight retention according to skin color.

Ivyna Spinola Caetano Jordão; Gilberto Kac

2005-01-01

 
 
 
 
121

Prevalence of urinary incontinence and pelvic floor muscle dysfunction in primiparae two years after cesarean section: cross-sectional study/ Prevalência de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico em primíparas dois anos após parto cesárea: estudo transversal  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese CONTEXTO E OBJETIVO É ainda controversa na literatura a teoria de que eventos obstétricos e traumas no assoalho pélvico representariam menor risco para mulheres submetidas ao parto cesárea do que para aquelas submetidas a parto vaginal, no tocante a subsequente incontinência urinária. O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico dois (more) anos após o parto e os fatores responsáveis por elas. TIPO DE ESTUDO E LOCAL Estudo transversal conduzido em universidade pública. MÉTODOS Foram selecionadas 220 mulheres dois anos após parto cesáreo eletivo ou parto vaginal. Foram avaliados sintomas de incontinência urinária e disfunção muscular do assoalho pélvico por palpação digital e perineômetro. RESULTADOS A prevalência de incontinência urinária dois anos após parto vaginal e cesárea foi de 17% e 18,9% respectivamente. O único fator de risco para disfunção muscular do assoalho pélvico foi o ganho de peso durante a gestação. Índice de massa corporal inferior a 25 kg/m 2 e disfunção muscular do assoalho pélvico normal foram fatores de proteção contra incontinência urinária. Incontinência urinária na gestação aumentou o risco de incontinência urinária dois anos pós-parto. CONCLUSÃO Incontinência urinária gestacional foi um precursor crucial de incontinência urinária pós-parto. O ganho de peso durante a gestação aumentou o risco posterior de disfunção muscular do assoalho pélvico e o parto cesárea eletivo não foi uma ação de prevenção para a incontinência urinária. Abstract in english CONTEXT AND OBJECTIVE There is uncertainty in the literature regarding the theory that obstetric events and pelvic floor injuries give rise to lower risk of subsequent urinary incontinence among women delivering via cesarean section than among women delivering vaginally. The objective of this study was to assess the two-year postpartum prevalence of urinary incontinence and pelvic floor muscle dysfunction and the factors responsible for them. DES (more) IGN AND SETTING Cross-sectional study, conducted in a public university. METHODS 220 women who had undergone elective cesarean section or vaginal childbirth two years earlier were selected. Their urinary incontinence symptoms were investigated, and their pelvic floor muscle dysfunction was assessed using digital palpation and a perineometer. RESULTS The two-year urinary incontinence prevalences following vaginal childbirth and cesarean section were 17% and 18.9%, respectively. The only risk factor for pelvic floor muscle dysfunction was weight gain during pregnancy. Body mass index less than 25 kg/m 2 and normal pelvic floor muscle function protected against urinary incontinence. Gestational urinary incontinence increased the risk of two-year postpartum urinary incontinence. CONCLUSION Gestational urinary incontinence was a crucial precursor of postpartum urinary incontinence. Weight gain during pregnancy increased the subsequent risk of pelvic floor muscle dysfunction, and elective cesarean section did not prevent urinary incontinence.

Barbosa, Angélica Mércia Pascon; Marini, Gabriela; Piculo, Fernanda; Rudge, Cibele Vieira Cunha; Calderon, Iracema Mattos Paranhos; Rudge, Marilza Vieira Cunha

2013-04-01

122

Associação entre via de parto e complicações maternas em hospital público da Grande São Paulo, Brasil/ Association between mode of delivery and maternal complications in a public hospital in Greater Metropolitan São Paulo, Brazil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O estudo objetivou avaliar associação entre via de parto e complicações maternas. Realizou-se coorte retrospectiva com partos ocorridos durante o ano de 2003, em um hospital público. As complicações avaliadas foram: infecção, hemorragia, histerectomia, rotura uterina, lesão de órgão contíguo, trombose venosa profunda e embolia pulmonar. Utilizou-se a odds ratio (OR) e os testes de qui-quadrado de Pearson e de Fisher, além da regressão logística. Estabelece (more) u-se o nível de 0,05 como significante. Foram encontradas 15 complicações. Tomando-se o parto vaginal como referência, encontrou-se associação entre cesárea e as complicações tomadas em conjunto. Analisando-se variáveis confundidoras, encontrou-se associação das complicações com hipertensão, soropositividade para HIV, placenta prévia e descolamento prematuro de placenta. Após controle para estas quatro variáveis, manteve-se a associação entre cesárea e complicações (OR = 9,7; p = 0,04). Encontrou-se também associação entre complicações e cesárea eletiva comparada ao parto vaginal (OR = 4,7; p = 0,02), e maior proporção de complicações, no limite da significância estatística, nas cesáreas eletivas comparadas à "tentativa de parto vaginal" (OR = 3; p = 0,058). Conclui-se que a cesárea associa-se a complicações maternas, mesmo após a realização de vários ajustes. Abstract in english The purpose of this study was to assess the relationship between mode of delivery and maternal complications, based on a retrospective cohort of all births at a public hospital in 2003. Complications included: infection, hemorrhage, hysterectomy, uterine rupture, lesions in adjacent organs, deep venous thrombosis, and pulmonary embolism. The analysis used odds ratio (OR), chi-squared test, and Fisher's exact test, besides logistic regression. Fifteen complications were id (more) entified. Taking vaginal delivery as the reference, an association was found between cesarean section and overall complications. Analysis of confounding showed an association between hypertension, HIV, placenta previa, and abruptio placentae. After controlling for these variables, an association remained between overall complications and cesarean section (OR = 9.7; p = 0.04). Another analysis comparing elective cesareans and vaginal deliveries also showed an increased risk for cesarean (OR = 4.7; p = 0.02). Finally, comparing elective cesareans with trial of labor, we found an increased proportion of complications in elective cesareans, with borderline significance (OR = 3; p = 0.058). We concluded that cesarean section is associated with maternal morbidity, even after controlling for confounders.

Machado Junior, Luís Carlos; Sevrin, Christian Eric; Oliveira, Emerson de; Carvalho, Heráclito Barbosa de; Zamboni, Jorge Washington; Araújo, José Carlos de; Marcolin, Marilande; Caruso, Paulo; Awada, Pedro Ferreira; Giunta, Ricardo Zanetti; Munhoz, Wirley; Sancovski, Mauro; Peixoto, Sérgio

2009-01-01

123

Associação entre via de parto e complicações maternas em hospital público da Grande São Paulo, Brasil Association between mode of delivery and maternal complications in a public hospital in Greater Metropolitan São Paulo, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O estudo objetivou avaliar associação entre via de parto e complicações maternas. Realizou-se coorte retrospectiva com partos ocorridos durante o ano de 2003, em um hospital público. As complicações avaliadas foram: infecção, hemorragia, histerectomia, rotura uterina, lesão de órgão contíguo, trombose venosa profunda e embolia pulmonar. Utilizou-se a odds ratio (OR) e os testes de qui-quadrado de Pearson e de Fisher, além da regressão logística. Estabeleceu-se o nível de 0,05 como significante. Foram encontradas 15 complicações. Tomando-se o parto vaginal como referência, encontrou-se associação entre cesárea e as complicações tomadas em conjunto. Analisando-se variáveis confundidoras, encontrou-se associação das complicações com hipertensão, soropositividade para HIV, placenta prévia e descolamento prematuro de placenta. Após controle para estas quatro variáveis, manteve-se a associação entre cesárea e complicações (OR = 9,7; p = 0,04). Encontrou-se também associação entre complicações e cesárea eletiva comparada ao parto vaginal (OR = 4,7; p = 0,02), e maior proporção de complicações, no limite da significância estatística, nas cesáreas eletivas comparadas à "tentativa de parto vaginal" (OR = 3; p = 0,058). Conclui-se que a cesárea associa-se a complicações maternas, mesmo após a realização de vários ajustes.The purpose of this study was to assess the relationship between mode of delivery and maternal complications, based on a retrospective cohort of all births at a public hospital in 2003. Complications included: infection, hemorrhage, hysterectomy, uterine rupture, lesions in adjacent organs, deep venous thrombosis, and pulmonary embolism. The analysis used odds ratio (OR), chi-squared test, and Fisher's exact test, besides logistic regression. Fifteen complications were identified. Taking vaginal delivery as the reference, an association was found between cesarean section and overall complications. Analysis of confounding showed an association between hypertension, HIV, placenta previa, and abruptio placentae. After controlling for these variables, an association remained between overall complications and cesarean section (OR = 9.7; p = 0.04). Another analysis comparing elective cesareans and vaginal deliveries also showed an increased risk for cesarean (OR = 4.7; p = 0.02). Finally, comparing elective cesareans with trial of labor, we found an increased proportion of complications in elective cesareans, with borderline significance (OR = 3; p = 0.058). We concluded that cesarean section is associated with maternal morbidity, even after controlling for confounders.

Luís Carlos Machado Junior; Christian Eric Sevrin; Emerson de Oliveira; Heráclito Barbosa de Carvalho; Jorge Washington Zamboni; José Carlos de Araújo; Marilande Marcolin; Paulo Caruso; Pedro Ferreira Awada; Ricardo Zanetti Giunta; Wirley Munhoz; Mauro Sancovski; Sérgio Peixoto

2009-01-01

124

Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeiras de 2005 a 2009 em Florianópolis, SC/ Outcomes of planned home birth assisted by nurses, from 2005 to 2009, in Florianópolis, Brazil/ Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeras de 2005 a 2009 en Florianópolis, Sur de Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Estudo transversal sobre resultados obstétricos e neonatais dos partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas em Florianópolis, SC. Dados coletados nos prontuários de 100 parturientes assistidas de 2005 a 2009 apontam 11 transferências hospitalares, sendo nove submetidas a cesariana. A maioria das que pariram no domicílio apresentou batimentos cardíacos fetais (94,0%) e evolução no partograma normais (61,0%), adotou posição vertical na ? (more) ?gua, no período expulsivo (71,9%), e os recém-nascidos receberam Apgar do 5° minuto > 7 (98,9%). A frequência de episiotomia foi 1,0%, 49,4% não necessitaram sutura perineal. Os resultados indicam que o parto domiciliar é seguro. Abstract in spanish Estudio transversal sobre resultados obstétricos y neonatales de los partos domiciliares planificados asistidos por enfermeras obstétricas en Florianópolis, Sur de Brasil. Datos colectados en los prontuarios de 100 parturientas asistidas de 2005 a 2009, señalan 11 transferencias hospitalarias, siendo nueve sometidas a cesárea. La mayoría de las que parieron en el domicilio presentó pulsaciones cardíacas fetales (94,0%) y evolución en el partograma normales (61,0% (more) ), adoptó posición vertical en el agua, en el período expulsivo (71,9%), y los recién nacidos recibieron Apgar al 5° minuto >7 (98,9%). La frecuencia de episiotomía fue 1,0%, 49,4% no necesitaron sutura perineal. Los resultados indican que el parto domiciliar es seguro. Abstract in english A cross-sectional study was performed to analyze obstetric and neonatal results of planned home births assisted by obstetric nurses in the city of Florianópolis, Southern Brazil. Data collected from the medical records of 100 parturient women cared for between 2005 and 2009 indicated 11 hospital transfers, nine of which underwent a Cesarean section. The majority of women who had a home birth showed normal fetal heart beat (94.0%) and progress on the partogram (61.0%), ve (more) rtical water delivery was the position most frequently chosen (71.9%), newborns had an Apgar score > 7 at five minutes (98.9%), episiotomy was performed in 1.0%, and 49.4% did not need perineal suturing. Outcomes indicated that planned home birth is safe.

Koettker, Joyce Green; Brüggemann, Odaléa Maria; Dufloth, Rozany Mucha; Knobel, Roxana; Monticelli, Marisa

2012-08-01

125

Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeiras de 2005 a 2009 em Florianópolis, SC Resultado de partos domiciliares atendidos por enfermeras de 2005 a 2009 en Florianópolis, Sur de Brasil Outcomes of planned home birth assisted by nurses, from 2005 to 2009, in Florianópolis, Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Estudo transversal sobre resultados obstétricos e neonatais dos partos domiciliares planejados assistidos por enfermeiras obstétricas em Florianópolis, SC. Dados coletados nos prontuários de 100 parturientes assistidas de 2005 a 2009 apontam 11 transferências hospitalares, sendo nove submetidas a cesariana. A maioria das que pariram no domicílio apresentou batimentos cardíacos fetais (94,0%) e evolução no partograma normais (61,0%), adotou posição vertical na água, no período expulsivo (71,9%), e os recém-nascidos receberam Apgar do 5° minuto > 7 (98,9%). A frequência de episiotomia foi 1,0%, 49,4% não necessitaram sutura perineal. Os resultados indicam que o parto domiciliar é seguro.Estudio transversal sobre resultados obstétricos y neonatales de los partos domiciliares planificados asistidos por enfermeras obstétricas en Florianópolis, Sur de Brasil. Datos colectados en los prontuarios de 100 parturientas asistidas de 2005 a 2009, señalan 11 transferencias hospitalarias, siendo nueve sometidas a cesárea. La mayoría de las que parieron en el domicilio presentó pulsaciones cardíacas fetales (94,0%) y evolución en el partograma normales (61,0%), adoptó posición vertical en el agua, en el período expulsivo (71,9%), y los recién nacidos recibieron Apgar al 5° minuto >7 (98,9%). La frecuencia de episiotomía fue 1,0%, 49,4% no necesitaron sutura perineal. Los resultados indican que el parto domiciliar es seguro.A cross-sectional study was performed to analyze obstetric and neonatal results of planned home births assisted by obstetric nurses in the city of Florianópolis, Southern Brazil. Data collected from the medical records of 100 parturient women cared for between 2005 and 2009 indicated 11 hospital transfers, nine of which underwent a Cesarean section. The majority of women who had a home birth showed normal fetal heart beat (94.0%) and progress on the partogram (61.0%), vertical water delivery was the position most frequently chosen (71.9%), newborns had an Apgar score > 7 at five minutes (98.9%), episiotomy was performed in 1.0%, and 49.4% did not need perineal suturing. Outcomes indicated that planned home birth is safe.

Joyce Green Koettker; Odaléa Maria Brüggemann; Rozany Mucha Dufloth; Roxana Knobel; Marisa Monticelli

2012-01-01

126

Bloqueio combinado raquiperidural versus bloqueio peridural contínuo para analgesia de parto em primigestas: resultados maternos e perinatais/ Combined spinal-epidural block versus continuous epidural block in labor analgesia for primiparous women: newborns and women outcomes  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: comparar a evolução materna e perinatal após a utilização da analgesia peridural contínua versus analgesia combinada raqui-peridural em parturientes primigestas. MÉTODOS: foi realizado ensaio clínico aleatorizado com 128 gestantes primigestas em trabalho de parto, divididas em dois grupos: analgesia peridural (APC) com 65 mulheres e grupo analgesia combinada raqui-peridural (ACRP) com 63, admitidas no pré-parto de duas maternidades na cidade de Jundia? (more) ? - SP. Foram estudadas as variáveis: tempo de latência de instalação da analgesia, intensidade da dor e tempo total decorrido até a dilatação completa, índice de Apgar no primeiro e quinto minutos, tempo de resolução do parto, grau de bloqueio motor, efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido, hipotensão arterial, e grau de satisfação materna. Foram critérios de inclusão: primigestas, estado físico ASA 1 e 2, feto único, apresentação cefálica, de termo, dilatação cervical de 3 a 6 cm e solicitação de analgesia pelo obstetra. Foram excluídas mulheres com morbidades, ruptura de membranas, anormalidades fetais e uso de opioides até quatro horas antes. Para a análise estatística utilizou-se o teste de Mann-Whitney para as variáveis contínuas não paramétricas e os testes exato de Fisher e ?2 de Pearson, para variáveis categóricas. RESULTADOS: não houve diferença entre os grupos para velocidade de dilatação cervical, tempo para resolução do parto, parâmetros hemodinâmicos maternos, vitalidade do recém-nascido, complementações analgésicas durante o trabalho de parto e modo de parto. Houve maior rapidez de instalação da analgesia no grupo da ACRP e menor bloqueio motor no grupo de APC. Não foram observadas diferenças em relação aos efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido e hipotensão, sendo hipotensão mais frequente no grupo APC (16,9 versus 6,3%) e náusea no grupo ACRP (6,3 versus 3,1%). CONCLUSÕES: as duas técnicas mostraram-se seguras e eficientes, porém a ACRP ofereceu analgesia mais rápida, com alívio precoce da dor. O bloqueio motor menos intenso no grupo APC proporcionou movimentação mais ativa no leito e colaboração mais efetiva das gestantes durante o período expulsivo. A grande maioria das mulheres referiu satisfação com a analgesia recebida. As doses de anestésicos locais e opioides utilizadas em ambas as técnicas analgésicas e as doses complementares, iguais nos dois grupos, não produziram efeitos adversos maternos significativos ou alteraram a vitalidade dos recém-nascidos. Abstract in english PURPOSE: to compare maternal and perinatal results, after the use of continuous peridural versus combined rachidian and peridural analgesia in primiparous parturients. METHODS: randomized clinical trial with 128 primiparous pregnant women in labor, divided into two groups: peridural analgesia (CPA) with 65 women, and combined continuous rachidian and peridural analgesia (CRPA) with 63, all of them admitted in the pre-labor period at two maternities in Jundiai, in the stat (more) e of São Paulo. The variables studied were: latency of analgesia onset, pain intensity, total time until complete dilation, Apgar index at the first and fifth minutes, labor duration, degree of motor blockade, adverse effects such as vomiting, pruritus, arterial hypotension and degree of maternal fulfillment. Inclusion criteria were: primiparous, physical condition ASA 1 and 2, an only foetus, cephalic presentation, term delivery, 3 to 6 cm cervical dilation, and analgesia required by the obstetritian. Women with morbidity, membrane rupture, fetal abnormality and use of opioids up to four hours before were excluded. The Mann-Whitney test was used for the statistical analysis of non-parametric continuous variables, and Fisher's exact and Pearson's ?2 tests, for the categoric variables. RESULTS: there was no difference between the groups concerning the length of cervical dilation, labor duration, maternal hemodynamic parameters, newbo

Souza, Márcio Antonio de; Silva, João Luiz Pinto e; Maia Filho, Nelson Lourenço

2009-10-01

127

Risk factors for the increasing trend in low birth weight among live births born by vaginal delivery, Brazil/ Fatores de risco para a tendência ascendente do baixo peso ao nascer em nascidos vivos de parto vaginal no Sudeste do Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Identificar fatores de risco para o baixo peso ao nascer (BPN) entre nascidos vivos de parto vaginal e verificar se o desaparecimento da associação entre BPN e fatores socioeconômicos foi devido ao confundimento pela cesariana. MÉTODOS: Foram estudadas duas coortes de base populacional de recém-nascidos únicos de parto vaginal em Ribeirão Preto, Sudeste do Brasil. A primeira incluiu 4.698 crianças nascidas entre junho de 1978 e maio de 1979 e a segunda 1 (more) .399 crianças nascidas entre maio e agosto de 1994. Os riscos de BPN foram testados num modelo de regressão logística, incluindo interações entre ano da pesquisa e todas as variáveis independentes em análise. RESULTADOS: A incidência de BPN entre partos vaginais aumentou de 7,8% em 1978/79 para 10% em 1994 para crianças do sexo feminino, para os primogênitos, para nascidos de mães sem companheiro, para nascidos de mães que fizeram menor número de consultas pré-natais ou com menos anos de estudo e para nascidos de mães fumantes. A interação entre ano do parto e idade gestacional indicou que o risco de BPN entre os nascidos prematuros caiu de 17,8 para 8,7 em 15 anos. A média do peso ao nascer reduziu-se mais entre os filhos de famílias mais qualificadas, que tiveram o maior aumento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. CONCLUSÕES: O BPN entre partos vaginais aumentou principalmente devido ao incremento nos nascimentos pré-termo e nas mães sem companheiro. A associação entre cesariana e BPN tendeu a encobrir as diferenças socioeconômicas na probabilidade do BPN. Na análise dos partos vaginais isoladamente, as diferenças socioeconômicas reapareceram. Abstract in english OBJECTIVE: To identify risk factors for low birth weight (LBW) among live births by vaginal delivery and to determine if the disappearance of the association between LBW and socioeconomic factors was due to confounding by cesarean section. METHODS: Data were obtained from two population-based cohorts of singleton live births in Ribeirão Preto, Southeastern Brazil. The first one comprised 4,698 newborns from June 1978 to May 1979 and the second included 1,399 infants born (more) from May to August 1994. The risks for LBW were tested in a logistic model, including the interaction of the year of survey and all independent variables under analysis. RESULTS: The incidence of LBW among vaginal deliveries increased from 7.8% in 1978--79 to 10% in 1994. The risk was higher for: female or preterm infants; newborns of non-cohabiting mothers; newborns whose mothers had fewer prenatal visits or few years of education; first-born infants; and those who had smoking mothers. The interaction of the year of survey with gestational age indicated that the risk of LBW among preterm infants fell from 17.75 to 8.71 in 15 years. The mean birth weight decreased more significantly among newborns from qualified families, who also had the highest increase in preterm birth and non-cohabitation. CONCLUSIONS: LBW among vaginal deliveries increased mainly due to a rise in the proportion of preterm births and non-cohabiting mothers. The association between cesarean section and LBW tended to cover up socioeconomic differences in the likelihood of LBW. When vaginal deliveries were analyzed independently, these socioeconomic differences come up again.

Barbieri, Marco A; Silva, Antônio AM; Bettiol, Heloisa; Gomes, Uilho A

2000-12-01

128

Bloqueio combinado raquiperidural versus bloqueio peridural contínuo para analgesia de parto em primigestas: resultados maternos e perinatais Combined spinal-epidural block versus continuous epidural block in labor analgesia for primiparous women: newborns and women outcomes  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: comparar a evolução materna e perinatal após a utilização da analgesia peridural contínua versus analgesia combinada raqui-peridural em parturientes primigestas. MÉTODOS: foi realizado ensaio clínico aleatorizado com 128 gestantes primigestas em trabalho de parto, divididas em dois grupos: analgesia peridural (APC) com 65 mulheres e grupo analgesia combinada raqui-peridural (ACRP) com 63, admitidas no pré-parto de duas maternidades na cidade de Jundiaí - SP. Foram estudadas as variáveis: tempo de latência de instalação da analgesia, intensidade da dor e tempo total decorrido até a dilatação completa, índice de Apgar no primeiro e quinto minutos, tempo de resolução do parto, grau de bloqueio motor, efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido, hipotensão arterial, e grau de satisfação materna. Foram critérios de inclusão: primigestas, estado físico ASA 1 e 2, feto único, apresentação cefálica, de termo, dilatação cervical de 3 a 6 cm e solicitação de analgesia pelo obstetra. Foram excluídas mulheres com morbidades, ruptura de membranas, anormalidades fetais e uso de opioides até quatro horas antes. Para a análise estatística utilizou-se o teste de Mann-Whitney para as variáveis contínuas não paramétricas e os testes exato de Fisher e ?2 de Pearson, para variáveis categóricas. RESULTADOS: não houve diferença entre os grupos para velocidade de dilatação cervical, tempo para resolução do parto, parâmetros hemodinâmicos maternos, vitalidade do recém-nascido, complementações analgésicas durante o trabalho de parto e modo de parto. Houve maior rapidez de instalação da analgesia no grupo da ACRP e menor bloqueio motor no grupo de APC. Não foram observadas diferenças em relação aos efeitos adversos como náuseas, vômitos, prurido e hipotensão, sendo hipotensão mais frequente no grupo APC (16,9 versus 6,3%) e náusea no grupo ACRP (6,3 versus 3,1%). CONCLUSÕES: as duas técnicas mostraram-se seguras e eficientes, porém a ACRP ofereceu analgesia mais rápida, com alívio precoce da dor. O bloqueio motor menos intenso no grupo APC proporcionou movimentação mais ativa no leito e colaboração mais efetiva das gestantes durante o período expulsivo. A grande maioria das mulheres referiu satisfação com a analgesia recebida. As doses de anestésicos locais e opioides utilizadas em ambas as técnicas analgésicas e as doses complementares, iguais nos dois grupos, não produziram efeitos adversos maternos significativos ou alteraram a vitalidade dos recém-nascidos.PURPOSE: to compare maternal and perinatal results, after the use of continuous peridural versus combined rachidian and peridural analgesia in primiparous parturients. METHODS: randomized clinical trial with 128 primiparous pregnant women in labor, divided into two groups: peridural analgesia (CPA) with 65 women, and combined continuous rachidian and peridural analgesia (CRPA) with 63, all of them admitted in the pre-labor period at two maternities in Jundiai, in the state of São Paulo. The variables studied were: latency of analgesia onset, pain intensity, total time until complete dilation, Apgar index at the first and fifth minutes, labor duration, degree of motor blockade, adverse effects such as vomiting, pruritus, arterial hypotension and degree of maternal fulfillment. Inclusion criteria were: primiparous, physical condition ASA 1 and 2, an only foetus, cephalic presentation, term delivery, 3 to 6 cm cervical dilation, and analgesia required by the obstetritian. Women with morbidity, membrane rupture, fetal abnormality and use of opioids up to four hours before were excluded. The Mann-Whitney test was used for the statistical analysis of non-parametric continuous variables, and Fisher's exact and Pearson's ?2 tests, for the categoric variables. RESULTS: there was no difference between the groups concerning the length of cervical dilation, labor duration, maternal hemodynamic parameters, newborn vitality, analgesic complementation during labor and type of

Márcio Antonio de Souza; João Luiz Pinto e Silva; Nelson Lourenço Maia Filho

2009-01-01

129

Traumatismo encefalocraneano fetal por vía penetrante transvaginal/ Transvaginal penetrating fetal head injury  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in spanish Los traumatismos encefalocraneanos in útero son extremadamente raros y suelen ser consecuencia de lesiones penetrantes a través de la pared torácica o abdominal, que alcanzan la cavidad uterina. Los originados a través de la vagina se han comunicado excepcionalmente. Se presenta el caso de un feto que padeció traumatismo encefalocraneano penetrante, con fractura de la bóveda craneal y hemorragia intraventricular tras la introducción violenta de un objeto contundent (more) e a través de la vagina por parte de su madre. La ruptura traumática de las membranas ovulares desencadenó el trabajo de parto pretérmino. Tras el nacimiento, se realizó tratamiento quirúrgico de la fractura deprimida y desbridamiento de la herida; sin embargo, el paciente falleció cuatro semanas más tarde a causa de sepsis neonatal. El tratamiento de estos casos no solo deber ser dirigido a la corrección de las lesiones traumáticas primarias sino también a la prevención de las complicaciones infecciosas. Abstract in english In utero head traumas are extremely rare and are usually caused by penetrating injuries in the thoracic or abdominal wall that affect the uterine cavity. Transvaginal fetal head injuries have been reported in exceptional cases. This is a case-report of a fetus affected by penetrating head trauma with skull fracture and intra-ventricular hemorrhage after his mother's self-insertion of a blunt object, violently through the vagina. Trauma disrupted the integrity of intrauter (more) ine membranes and precipitated preterm labor. After birth, there was a debridement of the scalp and surgical management of the fracture was performed; nevertheless, the patient died four weeks later, due to neonatal sepsis. Management of these wounds must not only be focused on repairing the primary wound, but on preventing the infectious complications.

Moscote Salazar, Luis Rafael; Alcalá-Cerra, Gabriel; Castellar Leones, Sandra Milena; Gutiérrez Paternina, Juan José

2012-10-01

130

Reinício da atividade ovariana no pós-parto em vacas holandesas do rebanho da ESALQ/ Postpartum ovarian activity in holstein cows at ESALQ herd, USP, Piracicaba, São Paulo State  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Foram determinados os perfis de progesterona no leite desnatado, em 32 vacas da raça Holandesa no pós-parto até a primeira ovulação no período de 1986 e 1987. A linha divisória das fases folicular e luteínica dos teores de progesterona foi estimada em l,12mg/ml. Ficou evidenciado que não há diferença no tempo da primeira ovulação no pós-parto (36,83 ± 18,92 dias) para vacas holandesas criadas em clima tropical ou temperado. Abstract in english With the aid of the radioimmunoassay technique, the progesterone profile of 32 cows and their reproductive performance were studied. It was estimated that the base line between folicular and luteal phase was 1,12 ng (P4)/ml of skim milk. The first ovulation in postpartum occured within 36.83 ± 18.92 days. The authors suggested that there is no difference in time required to restart the ovarian function in the postpartum of animals in tropical or temperate climate.

Meirelles, C.F.; Abdalla, A.L.; Vitti, D.M.S.S.; Peçanha, M.R.S.R.

1988-01-01

131

Relación entre los niveles de glucosa e insulina sanguínea y el reinicio de la actividad ovárica en vacas de doble propósito con diferentes condiciones corporales al parto y diferente nivel de alimentación postparto/ Relationship between blood glucose and insulin levels with ovarian activity onset in dual purpose cows with different body condition score at calving and different postpartum food level/ Relação entre os níveis de glicose e insulina sanguinea e o reinício da atividade ovariana em vacas de duplo propósito com diferentes condições corporais ao parto e diferente nível de alimentação pós-parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Para avaliar o efeito da condição corporal (CC) ao parto e o nível de alimentação (A) pós-parto (PP) nas concentrações de glicose e insulina PP e reinício da atividade ovariana em vacas duplo propósito, 28 vacas adultas foram distribuídas de maneira aleatória entre quatro tratamentos a seguir, ACAA: alta CC ao parto (AC ³2,5) e alto nível de A PP (AA); BCAA: baixa CC ao parto (BC (more) PP não afetou as variáveis estudadas. A concentração de glicose acumulada aos 45 dias PP foi 239,4 e 262,6mg·dl-1 (P= 0,083) e a de insulina foi 34,21 e 19,39µUI·mg-1 (P Abstract in spanish Para evaluar el efecto de la condición corporal (CC) al parto y el nivel de alimentación (A) postparto (PP) en las concentraciones de glucosa e insulina PP y reinicio de la actividad ovárica en vacas doble propósito, 28 vacas adultas fueron distribuidas al azar en cuatro tratamientos, a saber, ACAA: alta CC al parto (AC ³2,5) y alto nivel de A PP (AA); BCAA: baja CC al parto (BC (more) ? las variables estudiadas. La concentración de glucosa acumulada a los 45 días PP fue 239,4 y 262,6mg·dl-1 (P= 0,083) y la de insulina fue 34,21 y 19,39µUI·mg-1 (P Abstract in english The effect of body condition (CC) at parturition and feeding level (A) during the postpartum period (PP) on glucose concentration and PP insulin, as well as the resumption of ovarian activity in dual purpose cows, was evaluated. Twenty-eight adult cows were randomly allocated to four different treatments, ACAA: high CC (AC ³2.5) at parturition and high A PP (AA); BCAA: low CC (BC(more) affect the variables studied. The accumulated glucose levels at 45 days PP were 239.4 and 262.6mg·dl-1 (P= 0.083) and those of insuline were 34.21 and 19.39µIU·mg-1 (P

Pinto-Santini, Livia; Drescher, Karin; Ruiz, Ana; Pérez, Rafael; Domínguez, Carlos; Benezra, Miguel; Martínez, Nelson

2009-05-01

132

Casas de Parto: sua importância na humanização da assistência ao parto e nascimento  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este trabalho apresenta reflexões sobre a importância do cuidar em obstetrícia, sobretudo a influência das Casas de Parto no sentido de nortear uma assistência humanizada e integral aos seus clientes. Objetiva discutir a importância da Casa de Parto na concretização do atendimento humanizado à parturiente. Salienta as deficiências do atual sistema de assistência à saúde da parturiente, que ainda se caracteriza por concepções do modelo biomédico e condutas que, muitas vezes, expõe a cliente a situações de desrespeito e exclusão. Propõe-se a assistência de Enfermagem respaldada em pilares como o conhecimento técnico-científico e habilidades nas relações intra e interpessoais, reverenciando o cuidado em saúde como norteador das condutas do profissional. Enfatiza-se a necessidade de buscar a assistência humanizada à mulher no ciclo gravídico-puerperal, tornando-a, por meio de um processo saudável de comunicação, a protagonista do evento que envolve atendimento integral obstétrico e neonatal. Foram definidas duas categorias de análises: Casas de Parto e Humanização; O Cuidar no Processo do Nascimento. Concluiu-se que a Casa de Parto apresenta como uma opção adequada que proporcione assistência humanizada à parturiente e familiares, e sua concretização caminha, também, por mudança de postura do profissional de saúde.

Cleusa Alves Martins; Nilza Alves Marques Almeida; Maria Alves Barbosa; Karina Machado Siqueira; Karen Leverger Vasconcelos; Marcus Antônio de Souza; Tcherno Alliu Candé

2005-01-01

133

Iniquidade na assistência à gestação e ao parto em município do semiárido brasileiro Inequality in health care for women during gestation and delivery in a municipality in the semi-arid region of Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: avaliar a iniquidade na assistência à gestação e ao parto para menores de cinco anos residentes no município de Caracol, Piauí, Brasil. MÉTODOS: usando delineamento transversal, amostragem sistemática e aplicação de questionário domiciliar foram coletadas informações sobre características demográficas de mães e crianças, assistência à gestação e ao parto e nível socioeconômico. Por meio da técnica de componentes principais, criou-se um escore em tercis. As associações deste escore com as variáveis relativas à assistência à gestação e ao parto foram avaliadas pelos testes qui-quadrado e Kruskal- Wallis. RESULTADOS: todas as 405 crianças incluídas no estudo eram provenientes de famílias com renda inferior a um salário mínimo mensal; 65% residiam em área rural. Mães pertencentes ao maior tercil socioeconômico realizaram um maior número de consultas de pré-natal; realizaram maior número de exames de urina, hemograma, citopatológico de colo uterino e ultrassonografia, tiveram o parto realizado por médico e foram mais frequentemente submetidas à cesariana. CONCLUSÕES: mesmo entre os mais pobres, há enormes iniquidades em saúde. Combater os determinantes desta pobreza com programas sociais mais agressivos é imperativo, assim como priorizar o atendimento aos mais pobres dentre os pobres.OBJECTIVES: to evaluate inequality in health care during gestation and delivery for women with children under five years of age resident in the Municipality of Caracol, in the Brazilian State of Piauí. METHODS: a household questionnaire was applied to a cross-sectional systematic sample to collect data on the demographic characteristics of mothers and children, health care during pregnancy and deliver and socio-economic status. A tercile score was created using the principal component technique. The associations between this score and variables relating to health care for women during pregnancy and childbirth were evaluated using the chi-square and Kruskal-Wallis test. RESULTS: all the 405 children covered by the study came from families with an income of less than one minimum wage per month; 65% lived in rural areas. Mothers belonging to the highest socio-economic tercile had a larger number of pre-natal consults; they had the largest number of urine tests, hemograms, cytopathological tests of the cervix and ultrasound, and their babies were delivered by a doctor with a higher frequency of caesarian sections. CONCLUSIONS: even among the poorest sectors of society there are enormous health inequalities. It is imperative that the factors determining this poverty be addressed with more aggressive social programs and priority given to caring for the poorest of the poor.

Patrícia S Mano; Juraci A Cesar; David A González-Chica; Nelson A Neumann

2011-01-01

134

Iniquidade na assistência à gestação e ao parto em município do semiárido brasileiro/ Inequality in health care for women during gestation and delivery in a municipality in the semi-arid region of Brazil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: avaliar a iniquidade na assistência à gestação e ao parto para menores de cinco anos residentes no município de Caracol, Piauí, Brasil. MÉTODOS: usando delineamento transversal, amostragem sistemática e aplicação de questionário domiciliar foram coletadas informações sobre características demográficas de mães e crianças, assistência à gestação e ao parto e nível socioeconômico. Por meio da técnica de componentes principais, criou-se um e (more) score em tercis. As associações deste escore com as variáveis relativas à assistência à gestação e ao parto foram avaliadas pelos testes qui-quadrado e Kruskal- Wallis. RESULTADOS: todas as 405 crianças incluídas no estudo eram provenientes de famílias com renda inferior a um salário mínimo mensal; 65% residiam em área rural. Mães pertencentes ao maior tercil socioeconômico realizaram um maior número de consultas de pré-natal; realizaram maior número de exames de urina, hemograma, citopatológico de colo uterino e ultrassonografia, tiveram o parto realizado por médico e foram mais frequentemente submetidas à cesariana. CONCLUSÕES: mesmo entre os mais pobres, há enormes iniquidades em saúde. Combater os determinantes desta pobreza com programas sociais mais agressivos é imperativo, assim como priorizar o atendimento aos mais pobres dentre os pobres. Abstract in english OBJECTIVES: to evaluate inequality in health care during gestation and delivery for women with children under five years of age resident in the Municipality of Caracol, in the Brazilian State of Piauí. METHODS: a household questionnaire was applied to a cross-sectional systematic sample to collect data on the demographic characteristics of mothers and children, health care during pregnancy and deliver and socio-economic status. A tercile score was created using the princ (more) ipal component technique. The associations between this score and variables relating to health care for women during pregnancy and childbirth were evaluated using the chi-square and Kruskal-Wallis test. RESULTS: all the 405 children covered by the study came from families with an income of less than one minimum wage per month; 65% lived in rural areas. Mothers belonging to the highest socio-economic tercile had a larger number of pre-natal consults; they had the largest number of urine tests, hemograms, cytopathological tests of the cervix and ultrasound, and their babies were delivered by a doctor with a higher frequency of caesarian sections. CONCLUSIONS: even among the poorest sectors of society there are enormous health inequalities. It is imperative that the factors determining this poverty be addressed with more aggressive social programs and priority given to caring for the poorest of the poor.

Mano, Patrícia S; Cesar, Juraci A; González-Chica, David A; Neumann, Nelson A

2011-12-01

135

Produção de leite e desempenho pós parto de vacas Hereford em distintas condições reprodutivas criadas extensivamente/ Milk production and postpartum performance of Hereford cows in different reproduction condictions in a range breeding system  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese A produção de leite e o desempenho pós parto de 52 vacas multíparas Hereford em condição corporal média (3 em escala de 1 a 5), gestantes (45) e não gestantes (24), em condições extensivas, foram estudados, em 69 lactações, durante dois anos (2000 e 2001). A estimativa da produção de leite foi realizada em seis intervalos (3 de 21 d e 3 de 42 d), do nascimento à desmama (189d), por meio da técnica da pesagem do terneiro antes e após a mamada. Os fatores f (more) ixos foram ano, prenhez, sexo do terneiro e raça do touro (Hereford e Nelore). A produção de leite diária, do pico de lactação, total e a persistência da lactação, não foram influenciadas pelos fatores estudados (P>0,05). O peso ao parto foi maior (P0,05) dos demais fatores avaliados. O peso vivo na concepção (99 d média), e à desmama, foi maior nas vacas gestantes (432,10 ± 5,78 e 433,30 ± 6,36kg) que nas não gestantes 399,37 ± 7,92 e 393,46 ± 8,70kg), respectivamente. O sexo dos terneiros teve efeito significativo (P Abstract in english Milk production and pospartum performance from 52 multiparous Hereford cows, with the same body condition score (3 in a 1 to 5 scale), pregnant (45) or not pregnant (24), was studied in 69 lactations during two years, 2000 (42) and 2001 (27) under range conditions. Estimates of milk yield were obtained during six intervals (three 21d and three 42d), by the weigh-suckle-weigh technique, from birth to weaning (189d). Effects studied were year, pregnancy, calf sex and sire b (more) reed. None of the effects studied affected (P>0.05) milk production parameters: daily milk production, total milk yield, lactation peak and persistency. Body weight at calving was greater (P

Pimentel, Marcelo Alves; Moraes, José Carlos Ferrugem; Jaume, Carlos Miguel; Lemes, Jaqueline Schneider; Brauner, Cássio Cassal

2005-02-01

136

Qualidade e eqüidade da atenção ao pré-natal e ao parto em Criciúma, Santa Catarina, Sul do Brasil Quality and equity in antenatal care and during delivery in Criciúma, Santa Catarina, in Southern Brazil  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este estudo transversal de base populacional teve por objetivo avaliar a qualidade e a eqüidade da atenção ao pré-natal, ao parto e ao recém-nascido em uma amostra probabilística de 2180 crianças menores de três anos residentes na área urbana do município de Criciúma, SC. 96,6% das mães destas crianças realizaram pelo menos uma consulta de pré-natal; o parto hospitalar foi praticamente universal. As mães de menor renda iniciaram o pré-natal mais tarde e realizaram menos consultas. Gestantes com maior risco reprodutivo apresentaram menor percentagem de atendimento com qualidade adequada. Dos 13 procedimentos de pré-natal e parto pesquisados, o 1º e 4º quartil de renda familiar realizaram 8,6 e 9,4 procedimentos, respectivamente. Os exames ginecológico especular e de mamas foram os menos realizados (51% para ambos). As gestantes do 4º quartil de renda familiar total tiveram 1,5 e 1,9 vezes mais estes procedimentos em relação às do 1º quartil. Esforços devem ser feitos no sentido de captar precocemente as mães provenientes de famílias de menor poder aquisitivo e deve ser utilizado o enfoque de risco com discriminação positiva. Os médicos devem ser re-treinados quanto aos seus procedimentos tanto no pré-natal quanto na assistência ao parto.This population-based cross-sectional study was carried out with a sample of 2,180 children less than three years old living in the urban area of Criciúma, Santa Catarina State, in Southern Brazil. The study aimed to evaluate equity issues related to the quality of antenatal care and newborn care during delivery. 96.6% of mothers had at least one medical check-up during antenatal care. Almost all deliveries took place in a hospital. Low-income mothers began antenatal care later and had less medical check-ups. Pregnant women with higher reproductive risk scores received less appropriate care in the period. Among 13 recommended procedures for antenatal care and during delivery, mothers belonging to the first and quarter quartiles received 8.6 and 9.4 of the recommended procedures, respectively. Pelvic and breast examinations were the least frequently performed of all recommended procedures (51%). Women in the highest income quartile were 1.5 times more likely to have a pelvic exam, and 1.9 times more likely to have their breasts examined, than those in the lowest quartile. Health services should focus on the poorest and highest risk pregnant women. Doctors and health workers should be trained and motivated toward this purpose.

Nelson A. Neumann; Oswaldo Y. Tanaka; Cesar G. Victora; Juraci A. Cesar

2003-01-01

137

Transvaginal evisceration after laparoscopic adrenalectomy in neurofibromatosis  

Digital Repository Infrastructure Vision for European Research (DRIVER)

Transvaginal evisceration is a rare complication of hysterectomy. We describe this event following adrenalectomy for pheochromocytoma in a patient affected by neurofibromatosis. This is the first case reported in the literature following laparoscopic surgery. Prompt emergency intestinal reduction an...

Vettoretto, Nereo; Balestra, Luca; Taglietti, Lucio; Giovanetti, Maurizio

138

Práticas assistenciais em reanimação do recém-nascido no contexto de um centro de parto normal Prácticas asistenciales en reanimación neonatal en el contexto de un centro de parto normal Care practices on the resuscitation of newborns in the context of a delivery center  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Aproximadamente 10 a 15% dos recém-nascidos (RNs) apresentam dificuldades de adaptação ao nascimento, o que requer habilidade e prontidão dos profis-sionais para intervir nessas situações. Este estudo observacional, transversal objetivou descrever as práticas assistenciais empregadas em reanimação neo-natal em um Centro de Parto Normal de um hospital público de São Paulo. Observou-se 100 atendimentos prestados pela equipe profissional e os dados foram registrados em um instrumento checklist. A presença de líquido meconial foi constatada em 24 (24,0%) partos e a aspiração das vias respiratórias foi realizada em 47 (47,0%) RNs. Desse total, 3 (6,4%) tiveram a traquéia aspirada e 26 (26,0%) RNs receberam oxigenação, sendo que 5 (19,2%) com máscara aberta e pressão positiva. Massagem cardíaca foi realizada em 1 (1,0%) RN. Após a reanimação neonatal inicial, 6 (6,0%)RNs foram transferidos à UTI neonatal devido desconforto respiratório.Aproximadamente entre 10 a 15% de los recién nacidos (RNs) presentan dificultades de adaptación al nacer. Así, el momento del nacimiento requiere habilidad y prontitud de los profesionales para intervenir de modo adecuado. Este estudio observacional, transversal realizado en un hospital público de São Paulo, tuvo como objetivo describir las prácticas asistenciales en reanimación neonatal en un centro de parto normal. Se observaron 100 atenciones al nacimiento prestados por el equipo profesional cuyos datos fueron registrados en un instrumento checklist. Se verificó presencia de líquido meconial en 24(24.0%) de las atenciones. Las vías respiratorias de 47(47.0%) RNs fueron aspiradas. De ese total, 3(6.4%) tuvieron aspiración de tráquea. 26(26.0%) RNs fueron oxigenados, 5(19.2%) recibieron, además de la máscara abierta, ventilación por presión positiva. El masaje cardiaco fue empleado en 1(1.0%) RN. Después de la reanimación neonatal 6(6.0%) RNs fueron transferidos a la26(26.0%) RNs UCI neonatal.Approximately 10 to 15% of the neonates present difficulties in adapting to extra uterine life, which requires ability and readiness from the professional to intervene properly. This is an observational, cross-sectional study aimed at describing the care practices on the resuscitation of the newborn in the Delivery Center of a public hospital in the city of São Paulo. Data were obtained from the observation of 100 assistances given by health care professional staff and were recorded on a checklist instrument. Meconium-amniotic fluid was found in 24 (24.0%) births and 47 (47.0%) newborns were submitted to respiratory airways aspiration. Of these, 6.4% (3) had their trachea aspirated. 26 (26.0%) newborns were ventilated, 5 (19.2%) of which by mask plus positive pressure; 1 (1.0%) newborn was submitted to a chest compression. After the initial resuscitation procedures, 6 (6.0%) newborns were referred to the neonatal intensive care unit.

Karina Fernandes; Amélia Fumiko Kimura

2005-01-01

139

Influência do manejo de mamada sobre o retorno ao estro em ovelhas no pós-parto Influence of the suckling management on the estrus return in ewes at post-partum  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Conduziu-se este estudo, com o objetivo de avaliar o retorno ao estro pós-parto de ovelhas submetidas a diferentes manejos de mamada. Foram utilizados 56 ovelhas Santa Inês e Bergamácia, 71 cordeiros e 3 rufiões. Os manejos de mamada (MM) foram: 1: contínua; 2: duas mamadas diárias; 3: mamada durante a noite. O período experimental foi dos 15 dias pós-parto até o desmame aos 60 dias. Até os 15, dias de idade os cordeiros permaneceram com suas mães em período integral. No MM 1, as ovelhas permaneceram com seus cordeiros em uma baia, em período integral. No MM 2, as ovelhas passaram a noite em uma baia e o dia em pastagem, momento em que não possuíam contato físico e visual com as crias. Seus cordeiros permaneceram em outra baia em período integral, para onde as ovelhas eram encaminhadas no momento da amamentação. No MM 3, as ovelhas passaram o dia em pastagem e a noite com seus cordeiros em uma baia, na qual os cordeiros permaneceram em período integral. Todas as ovelhas e todos os cordeiros receberam alimentação nas baias. Para identificação das ovelhas em estro foram utilizados rufiões, os quais permaneceram com elas em período integral. Os dados foram submetidos à análise de variância (PROC GLM, Sas®), e as médias comparadas por contrastes. O MM 2 possibilitou retorno ao estro pós-parto precoce quando comparado ao MM 3 e ao MM 1. Houve pouca ou nenhuma influência do anestro lactacional, pois 80% das ovelhas apresentaram estro durante a amamentação.The objective of this work was to evaluate the return to postpartum estrus of ewes submitted to different suckling managements. Fifty-six (56) Santa Ines and Bergamácia ewes, 71 lambs and 3 teasers were utilized. The suckling managements (MM) were: 1: Continuous; 2: Two daily sucklings; 3: suckling during the night. The experimental period was from 15 days postpartum to weaning at 60 days. The lambs stayed with their mothers until they were 15 days old. For MM 1, the ewes remained with their lambs in a pen for the duration of the study. For MM 2, the ewes spent the night in a pen and the day in pasture; they had no visual or physical contact with their sucklings during the day. Their lambs were kept in a separate pen during the day, where the ewes were led at suckling time. For MM 3, the ewes spent the day in pasture and the night with their lambs in a pen, in which the lambs remained the whole time. All the ewes and all the lambs were fed in the pens. For identification of the ewes in estrus, teasers were utilized, which remained with them the whole time. The data was submitted to an analysis of variance (PROC GLM, Sas®) and the means compared by contrasts. MM 2 made it possible for ewes to return to postpartum estrus early when compared with MM 3 and MM 1. There was little or no influence of lactation anestrous, since 80% of the ewes presented estrus during suckling.

Roberta de Moura Assis; Juan Ramon Olalquiaga Pérez; José Camisão de Souza; Rafael Fernandes Leite; José Rodolfo Reis de Carvalho

2011-01-01

140

Influência do manejo de mamada sobre o retorno ao estro em ovelhas no pós-parto/ Influence of the suckling management on the estrus return in ewes at post-partum  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Conduziu-se este estudo, com o objetivo de avaliar o retorno ao estro pós-parto de ovelhas submetidas a diferentes manejos de mamada. Foram utilizados 56 ovelhas Santa Inês e Bergamácia, 71 cordeiros e 3 rufiões. Os manejos de mamada (MM) foram: 1: contínua; 2: duas mamadas diárias; 3: mamada durante a noite. O período experimental foi dos 15 dias pós-parto até o desmame aos 60 dias. Até os 15, dias de idade os cordeiros permaneceram com suas mães em período i (more) ntegral. No MM 1, as ovelhas permaneceram com seus cordeiros em uma baia, em período integral. No MM 2, as ovelhas passaram a noite em uma baia e o dia em pastagem, momento em que não possuíam contato físico e visual com as crias. Seus cordeiros permaneceram em outra baia em período integral, para onde as ovelhas eram encaminhadas no momento da amamentação. No MM 3, as ovelhas passaram o dia em pastagem e a noite com seus cordeiros em uma baia, na qual os cordeiros permaneceram em período integral. Todas as ovelhas e todos os cordeiros receberam alimentação nas baias. Para identificação das ovelhas em estro foram utilizados rufiões, os quais permaneceram com elas em período integral. Os dados foram submetidos à análise de variância (PROC GLM, Sas®), e as médias comparadas por contrastes. O MM 2 possibilitou retorno ao estro pós-parto precoce quando comparado ao MM 3 e ao MM 1. Houve pouca ou nenhuma influência do anestro lactacional, pois 80% das ovelhas apresentaram estro durante a amamentação. Abstract in english The objective of this work was to evaluate the return to postpartum estrus of ewes submitted to different suckling managements. Fifty-six (56) Santa Ines and Bergamácia ewes, 71 lambs and 3 teasers were utilized. The suckling managements (MM) were: 1: Continuous; 2: Two daily sucklings; 3: suckling during the night. The experimental period was from 15 days postpartum to weaning at 60 days. The lambs stayed with their mothers until they were 15 days old. For MM 1, the ewe (more) s remained with their lambs in a pen for the duration of the study. For MM 2, the ewes spent the night in a pen and the day in pasture; they had no visual or physical contact with their sucklings during the day. Their lambs were kept in a separate pen during the day, where the ewes were led at suckling time. For MM 3, the ewes spent the day in pasture and the night with their lambs in a pen, in which the lambs remained the whole time. All the ewes and all the lambs were fed in the pens. For identification of the ewes in estrus, teasers were utilized, which remained with them the whole time. The data was submitted to an analysis of variance (PROC GLM, Sas®) and the means compared by contrasts. MM 2 made it possible for ewes to return to postpartum estrus early when compared with MM 3 and MM 1. There was little or no influence of lactation anestrous, since 80% of the ewes presented estrus during suckling.

Assis, Roberta de Moura; Pérez, Juan Ramon Olalquiaga; Souza, José Camisão de; Leite, Rafael Fernandes; Carvalho, José Rodolfo Reis de

2011-10-01

 
 
 
 
141

Induction of labor with titrated oral misoprostol solution versus oxytocin in term pregnancy: randomized controlled trial Indução do trabalho de parto por meio de solução oral titulada de misoprostol versus oxitocina em gestação a termo: estudo controlado randomizado  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available PURPOSE: To evaluate the effectiveness and the safety of orally administered misoprostol in comparison to intravenously infused oxytocin for labor induction in term pregnant women. METHODS: Between 2008 and 2010, a total of 285 term pregnant women whom were candidate for vaginal delivery were assessed for eligibility to enter the study. Twenty five patients were excluded for different reasons; and 260 included women were randomly assigned to one of the two groups according to the method of treatment, misoprostol or oxytocin. The misoprostol group received 25 µg every 2 hours for up to 24 hours for induction. The oxytocin group received an infusion of 10 IU which was gradually increased. The time from induction to delivery and induction to the beginning of the active phase and successful inductions within 12, 18, and 24 hours were recorded. The trial is registered at irct.ir, number IRCT2012061910068N1. RESULTS: Failure of induction, leading to caesarean section was around 38.3% in the oxytocin group and significantly higher than that of the misoprostol group (20.3%) (pOBJETIVO: Avaliar a eficácia e segurança do misoprostol administrado por via oral em comparação à infusão de oxitocina para a indução do trabalho de parto em gestantes a termo. MÉTODOS: Entre 2008 e 2010, um total de 285 gestantes a termo candidatas para parto vaginal foram avaliadas quanto à eligibilidade para inclusão no estudo. Vinte e cinco pacientes foram excluídas por várias razões, e as 260 mulheres incluídas foram divididas aleatoriamente em dois grupos de acordo com o método de tratamento, misoprostol ou oxitocina. O grupo tratado com o misoprostol recebeu 25 µg cada 2 horas durante um máximo de 24 horas para indução. O grupo tratado com oxitocina recebeu infusão de 10 UI, que foi aumentada gradativamente. O tempo a partir da indução até o início da fase ativa e as induções bem-sucedidas dentro de 12, 18 e 24 horas foram registrados. O ensaio foi registrado em irct.ir, número IRCT2012061910068N1. RESULTADOS: A falha de indução levando à necessidade de cesariana foi de aproximadamente 38.3% no grupo tratado com oxitocina, sendo significativamente maior em relação ao grupo tratado com misoprostol (20,3%) (p<0,001). Apesar da falha mais prevalente no grupo tratado com oxitocina, os intervalos médios entre indução e fase ativa e trabalho de parto nesse grupo foram ambos significativamente menores em relação ao grupo tratado com misoprostol (10,1±6,1 e 13,2±7,7 versus 12,9±5,4 and 15,6±5,1 horas, respectivamente, sendo ambos os p-valores <0,05). Complicações maternas e fetais foram comparáveis entre grupos, com exceção dos sintomas gastrointestinais, que foram encontrados mais frequentemente no grupo tratado com misoprostol (10,9 versus 3,9%, p=0,03). CONCLUSÕES: O misoprostol é droga segura e eficaz para a indução do parto, com poucas complicações. Falhas são menos observadas e cesáreas são indicadas menos frequentemente com o misoprostol em relação à oxitocina.

Rezvan Aalami-Harandi; Maryam Karamali; Aida Moeini

2013-01-01

142

Diagnóstico de sinéquias uterinas por histerossonografia transvaginal/ Diagnosis of uterine synechiae in patients with recurrent miscarriages: contribution of transvaginal hysterosonography  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Avaliar a prevalência de sinéquias uterinas em pacientes com aborto recorrente e a acurácia diagnóstica da ultra-sonografia transvaginal (US-TV) e da histerossonografia (HS). MÉTODOS: Sessenta pacientes não grávidas com passado de três ou mais abortos espontâneos consecutivos foram avaliadas por US-TV, HS e histeroscopia (HTC) para a pesquisa de sinéquias uterinas. A HTC foi considerada o padrão ouro do estudo. A concordância dos achados da US-TV e d (more) a HS foram avaliadas pelo coeficiente Kappa e sua significância foi testada. O nível de significância adotado foi de 0,05 (alfa = 5%). Foram calculadas as medidas de sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo e negativo para cada um dos métodos. RESULTADOS: Observou-se a presença de sinéquias uterinas em 16 (26,7%) pacientes. A acurácia da US-TV e da HS foram, respectivamente, de 78,9% e 92,7%. Comparativamente à US-TV, a HS foi muito superior quanto à sensibilidade (78,6% versus 20%) e concordância com a HTC (Kappa = 80% versus Kappa = 27%). CONCLUSÃO: Observou-se boa concordância da HS e concordância ruim da US-TV em relação à HTC para o diagnóstico de sinéquias uterinas. Devido à sua baixa sensibilidade, a US-TV não demonstrou ser um método aplicável à investigação de sinéquias uterinas em pacientes com aborto recorrente. A HS, por sua vez, parece oferecer importante contribuição nesta pesquisa, particularmente por sua simplicidade técnica, baixo custo e elevada acurácia diagnóstica. Abstract in english BACKGROUND: The aim of this study was to determine the prevalence of uterine synechiae in patients with recurrent miscarriages and to evaluate the diagnostic accuracy of transvaginal ultrasound and of hysterosonography. METHODS: Sixty non-pregnant patients with a history of at least three previous consecutive miscarriages were evaluated by transvaginal ultrasound, hysterosonography and hysteroscopy to detect uterine synechiae. Hysteroscopy was considered the gold standard (more) . Agreement of findings disclosed by transvaginal ultrasound and by the hysterosonography were evaluated according to the Kappa coefficient and their significance was tested. Significance was established at

Guimarães Filho, Hélio Antonio; Mattar, Rosiane; Araujo Júnior, Edward; Pires, Cláudio Rodrigues; Moron, Antonio Fernandes

2006-10-01

143

Fatores associados à indução do parto em gestantes com óbito fetal após a 20ª semana Factors associated with induced delivery in pregnant women with a dead fetus after the 20th week of gestation  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: determinar os fatores associados à indução do trabalho de parto em gestantes com óbito fetal. MÉTODOS: estudo seccional, com 258 gestantes após a 20ª semana e diagnóstico ultrassonográfico de óbito fetal, no período de janeiro/2005 a dezembro/2008, na maternidade do Hospital Barão de Lucena, Recife, Brasil. Características sociodemográficas, causas e tipos de óbito fetal, antecedentes obstétricos e características do parto foram variáveis estudadas. Foram utilizados testes qui-quadrado, exato de Fisher e "t" de Student. Razão de prevalência e análise de regressão logística múltipla também foram realizados. O nível de significância foi de 5%. RESULTADOS: a indução do parto ocorreu em 83 (32,2%) gestantes. Após análise multivariada, observou-se que a idade gestacional acima da 40ª semana de gravidez (OR= 126,5; IC95%= 3,83-4.201,5) e óbito fetal tardio (OR= 6,86; IC95%= 2,55-18,47) foram fatores de risco que permaneceram associados à indução do parto. Cesariana (OR= 0,02; IC95%= 0,004-0,09), funiculopatias (OR= 0,12; IC95%= 0,02-0,68), presença de uma ou menos gestações anteriores (OR= 0,34; IC95%= 0,14-0,81) e uma ou mais cesáreas anteriores (OR= 0,16; IC95%= 0,04-0,71) foram negativamente associados à indução. CONCLUSÕES: idade gestacional acima da 40ª semana e óbito fetal tardio são fatores de risco que podem estar associados à indução do parto em gestantes com óbito fetal.OBJECTIVES: to determine the factors associated with induced delivery in pregnant women carrying a dead fetus. METHODS: a cross-sectional study with 258 pregnant women past the 20th week of gestation diagnosed by ultrasound as carrying a dead fetus, between January 2005 and December 2008, at the Hospital Barão de Lucena maternity hospital, in Recife, Brazil. Socio-demographic characteristics, causes and types of fetal death, prior obstetric data and characteristics of birth were the variables studied. The chi-square test, Fisher's exact test and Student's t test were used. The rate of prevalence was calculated and multiple logistic regression was carried out. The level of significance was 5%. RESULTS: birth was induced in 83 (32.2%) of the pregnant women. Following multivariate analysis, it was found that a gestational age of over 40 weeks (OR= 126.5; CI95%= 3.83-4,201.5) and late fetal death (OR= 6.86; CI95%= 2.55-18.47) were the risk factors that continued to be associated with induced delivery. Caesarian section (OR= 0.02; CI95%= 0.004-0.09), funiculopathy (OR= 0.12; CI95%= 0.02-0.68), having had one or more previous pregnancies (OR= 0.34; CI95%= 0.14-0.81) and one or more previous caesarian sections (OR= 0.16; IC95%= 0.04-0.71) were negatively associated with induced delivery. CONCLUSIONS: a gestational age of over 40 weeks and late fetal death are the risk factors that could be associated with induced delivery in pregnant women carrying a dead fetus.

Ânderson Gonçalves Sampaio; Alex Sandro Rolland Souza; Carlos Noronha Neto

2011-01-01

144

Fatores associados à indução do parto em gestantes com óbito fetal após a 20ª semana/ Factors associated with induced delivery in pregnant women with a dead fetus after the 20th week of gestation  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: determinar os fatores associados à indução do trabalho de parto em gestantes com óbito fetal. MÉTODOS: estudo seccional, com 258 gestantes após a 20ª semana e diagnóstico ultrassonográfico de óbito fetal, no período de janeiro/2005 a dezembro/2008, na maternidade do Hospital Barão de Lucena, Recife, Brasil. Características sociodemográficas, causas e tipos de óbito fetal, antecedentes obstétricos e características do parto foram variáveis estu (more) dadas. Foram utilizados testes qui-quadrado, exato de Fisher e "t" de Student. Razão de prevalência e análise de regressão logística múltipla também foram realizados. O nível de significância foi de 5%. RESULTADOS: a indução do parto ocorreu em 83 (32,2%) gestantes. Após análise multivariada, observou-se que a idade gestacional acima da 40ª semana de gravidez (OR= 126,5; IC95%= 3,83-4.201,5) e óbito fetal tardio (OR= 6,86; IC95%= 2,55-18,47) foram fatores de risco que permaneceram associados à indução do parto. Cesariana (OR= 0,02; IC95%= 0,004-0,09), funiculopatias (OR= 0,12; IC95%= 0,02-0,68), presença de uma ou menos gestações anteriores (OR= 0,34; IC95%= 0,14-0,81) e uma ou mais cesáreas anteriores (OR= 0,16; IC95%= 0,04-0,71) foram negativamente associados à indução. CONCLUSÕES: idade gestacional acima da 40ª semana e óbito fetal tardio são fatores de risco que podem estar associados à indução do parto em gestantes com óbito fetal. Abstract in english OBJECTIVES: to determine the factors associated with induced delivery in pregnant women carrying a dead fetus. METHODS: a cross-sectional study with 258 pregnant women past the 20th week of gestation diagnosed by ultrasound as carrying a dead fetus, between January 2005 and December 2008, at the Hospital Barão de Lucena maternity hospital, in Recife, Brazil. Socio-demographic characteristics, causes and types of fetal death, prior obstetric data and characteristics of bi (more) rth were the variables studied. The chi-square test, Fisher's exact test and Student's t test were used. The rate of prevalence was calculated and multiple logistic regression was carried out. The level of significance was 5%. RESULTS: birth was induced in 83 (32.2%) of the pregnant women. Following multivariate analysis, it was found that a gestational age of over 40 weeks (OR= 126.5; CI95%= 3.83-4,201.5) and late fetal death (OR= 6.86; CI95%= 2.55-18.47) were the risk factors that continued to be associated with induced delivery. Caesarian section (OR= 0.02; CI95%= 0.004-0.09), funiculopathy (OR= 0.12; CI95%= 0.02-0.68), having had one or more previous pregnancies (OR= 0.34; CI95%= 0.14-0.81) and one or more previous caesarian sections (OR= 0.16; IC95%= 0.04-0.71) were negatively associated with induced delivery. CONCLUSIONS: a gestational age of over 40 weeks and late fetal death are the risk factors that could be associated with induced delivery in pregnant women carrying a dead fetus.

Sampaio, Ânderson Gonçalves; Souza, Alex Sandro Rolland; Noronha Neto, Carlos

2011-06-01

145

Obstetric outcomes in the second birth of women with a previous caesarean delivery: a retrospective cohort study from Peru/ Resultados obstétricos no segundo parto em mulheres com uma cesárea anterior: um estudo de coorte retrospectivo no Peru  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Analisar os resultados obstétricos no segundo parto de mulheres que já haviam realizado uma cesariana. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo em um hospital materno. Foram incluídas mulheres grávidas que deram à luz (vaginal ou cesárea) de 2001 a 2009. Os principais critérios de inclusão foram: mulheres com 24 a 41 semanas de gestação e com um parto prévio. Duas coortes foram selecionados, sendo uma incluindo mulheres com uma cesariana anterior (n=7 (more) .215) e outra com um parto vaginal (n=23.720). Ambos os grupos foram comparados, e uma regressão logística foi realizada para ajustar devido às variáveis de confusão. Os resultados obstétricos incluídos foram ruptura uterina, placenta prévia, complicações relacionadas com uma placentação inadequada, tais como descolamento prematuro da placenta, pré-eclâmpsia e parto prematuro espontâneo. RESULTADOS: Mulheres com uma cesariana anterior foram mais propensas a ter resultados adversos, tais como ruptura uterina (OR=12,4, IC95% 6,8-22,3), descolamento prematuro da placenta (OR=1,4, IC95% 1,1-2,1), pré-eclâmpsia (OR=1,4, IC95% 1,2-1,6) e parto prematuro espontâneo (OR=1,4, IC95% 1,1-1,7). CONCLUSÕES: Pessoas com uma cesárea anterior têm resultados obstétricos adversos na gravidez subsequente, incluindo ruptura de útero, distúrbios relacionados com uma placentação inadequada, tais como pré-eclâmpsia, parto prematuro espontâneo e descolamento prematuro da placenta. Abstract in english PURPOSE: To examine obstetric outcomes in the second birth of women who had undergone a previous cesarean delivery. METHODS: This was a large hospital-based retrospective cohort study. We included pregnant women who had a previous delivery (vaginal or cesarean) attending their second birth from 2001 to 2009. Main inclusion criteria were singleton pregnancies and delivery between a gestation of 24 and 41 weeks. Two cohorts were selected, being women with a previous cesarea (more) n delivery (n=7,215) and those with a vaginal one (n=23,720). Both groups were compared and logistic regression was performed to adjust for confounding variables. The obstetric outcomes included uterine rupture, placenta previa, and placental-related complications such as placental abruption, preeclampsia, and spontaneous preterm delivery. RESULTS: Women with previous cesarean delivery were more likely to have adverse outcomes such as uterine rupture (OR=12.4, 95%CI 6.8-22.3), placental abruption (OR=1.4, 95%CI 1.1-2.1), preeclampsia (OR=1.4, 95%CI 1.2-1.6), and spontaneous preterm delivery (OR=1.4, 95%CI 1.1-1.7). CONCLUSIONS: Individuals with previous cesarean section have adverse obstetric outcomes in the subsequent pregnancy, including uterine rupture, and placental-related disorders such as preeclampsia, spontaneous preterm delivery, and placental abruption.

Laveriano, Walter Ricardo Ventura; Redondo, Conny Elizabeth Nazario

2013-04-01

146

Obstetric outcomes in the second birth of women with a previous caesarean delivery: a retrospective cohort study from Peru Resultados obstétricos no segundo parto em mulheres com uma cesárea anterior: um estudo de coorte retrospectivo no Peru  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available PURPOSE: To examine obstetric outcomes in the second birth of women who had undergone a previous cesarean delivery. METHODS: This was a large hospital-based retrospective cohort study. We included pregnant women who had a previous delivery (vaginal or cesarean) attending their second birth from 2001 to 2009. Main inclusion criteria were singleton pregnancies and delivery between a gestation of 24 and 41 weeks. Two cohorts were selected, being women with a previous cesarean delivery (n=7,215) and those with a vaginal one (n=23,720). Both groups were compared and logistic regression was performed to adjust for confounding variables. The obstetric outcomes included uterine rupture, placenta previa, and placental-related complications such as placental abruption, preeclampsia, and spontaneous preterm delivery. RESULTS: Women with previous cesarean delivery were more likely to have adverse outcomes such as uterine rupture (OR=12.4, 95%CI 6.8-22.3), placental abruption (OR=1.4, 95%CI 1.1-2.1), preeclampsia (OR=1.4, 95%CI 1.2-1.6), and spontaneous preterm delivery (OR=1.4, 95%CI 1.1-1.7). CONCLUSIONS: Individuals with previous cesarean section have adverse obstetric outcomes in the subsequent pregnancy, including uterine rupture, and placental-related disorders such as preeclampsia, spontaneous preterm delivery, and placental abruption.OBJETIVO: Analisar os resultados obstétricos no segundo parto de mulheres que já haviam realizado uma cesariana. MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo em um hospital materno. Foram incluídas mulheres grávidas que deram à luz (vaginal ou cesárea) de 2001 a 2009. Os principais critérios de inclusão foram: mulheres com 24 a 41 semanas de gestação e com um parto prévio. Duas coortes foram selecionados, sendo uma incluindo mulheres com uma cesariana anterior (n=7.215) e outra com um parto vaginal (n=23.720). Ambos os grupos foram comparados, e uma regressão logística foi realizada para ajustar devido às variáveis de confusão. Os resultados obstétricos incluídos foram ruptura uterina, placenta prévia, complicações relacionadas com uma placentação inadequada, tais como descolamento prematuro da placenta, pré-eclâmpsia e parto prematuro espontâneo. RESULTADOS: Mulheres com uma cesariana anterior foram mais propensas a ter resultados adversos, tais como ruptura uterina (OR=12,4, IC95% 6,8-22,3), descolamento prematuro da placenta (OR=1,4, IC95% 1,1-2,1), pré-eclâmpsia (OR=1,4, IC95% 1,2-1,6) e parto prematuro espontâneo (OR=1,4, IC95% 1,1-1,7). CONCLUSÕES: Pessoas com uma cesárea anterior têm resultados obstétricos adversos na gravidez subsequente, incluindo ruptura de útero, distúrbios relacionados com uma placentação inadequada, tais como pré-eclâmpsia, parto prematuro espontâneo e descolamento prematuro da placenta.

Walter Ricardo Ventura Laveriano; Conny Elizabeth Nazario Redondo

2013-01-01

147

Identification of molecular markers on bovine chromosome 18 associated to calving interval in a Brangus-Ibagé cattle herd/ Identificação de marcadores moleculares no cromossomo bovino 18 associados ao intervalo entre partos em um rebanho Brangus-Ibagé  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Na fase de detecção, em um programa de seleção assistida por marcadores, em bovinos, este trabalho investigou a variabilidade genética de três microssatélites no cromossomo 18 (BTA 18). As possíveis associações entre genótipos ou alelos destes marcadores versus o peso ao primeiro parto e o intervalo entre partos (como indicadores do desempenho reprodutivo) foram avaliados em um rebanho de gado de corte (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore). Onze alelos foram detect (more) ados em TGLA227 e ILSTS002 e três em BMS3004, os mais freqüentes sendo TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 e BMS3004*129. O conteúdo polimórfico de informação variou de 0,41 a 0,84, enquanto a heterozigosidade variou de 49 a 86%, com média de 77%. As análises de associação efetuadas entre classes genotípicas dos marcadores genéticos versus o peso ao primeiro parto não indicaram resultados significantes. Da mesma forma, nenhuma correlação foi observada entre o intervalo entre partos (IEP) e os genótipos de TGLA227. Entretanto, associações positivas foram detectadas entre ILSTS002 e BMS3004 com o IEP. Animais portadores de pelo menos um alelo ILSTS002*135 apresentaram IEP cerca de 39 dias mais longo que os indivíduos com outros genótipos, e animais heterozigotos para BMS3004 apresentaram IEP cerca de 35 dias mais curto que os homozigotos. Assim, pode-se concluir que esses marcadores podem ser úteis como auxiliares na seleção para fertilidade, o rebanho em questão. Abstract in english In the detection phase of a bovine marker assisted selection program, this paper investigated the genetic variability of three microsatellites on the chromosome 18 (BTA 18). The possible associations between genotypes or alleles of these markers versus weight at first calving and a lifetime calving interval (as indicators of reproductive performance) were evaluated in a beef cattle herd (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore). Eleven alleles were detected in TGLA227 and ILSTS00 (more) 2 and three in BMS3004, the most frequent being TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 and BMS3004*129. Polymorphic information content ranged from 0.41 to 0.84, while heterozygosity ranged from 49% to 86%, with an average value of 77%. The association analyses performed between genotype classes for the genetic markers versus weight at first calving indicated no significant result. Also, no correlation was observed between calving interval (CI) and TGLA227 genotypes. However, positive associations were detected between ILSTS002 and BMS3004 and CI. Animals carrying at least one ILSTS002*135 allele presented a CI about 39 days longer than the individuals with other genotypes; animals heterozygous for BMS3004 presented a CI about 35 days shorter than the homozygous. On these grounds, it can be concluded that these markers can be useful as an aid to fertility selection, in this herd.

Weimer, Tania de Azevedo; Steigleder, Clara Sabina; Machado, Márcia Silveira; Almeida, Sabrina Esteves Matos; Oliveira, João Francisco Coelho; Moraes, José Carlos Ferrugem; Henkes, Luis Ernani

2007-10-01

148

Identification of molecular markers on bovine chromosome 18 associated to calving interval in a Brangus-Ibagé cattle herd Identificação de marcadores moleculares no cromossomo bovino 18 associados ao intervalo entre partos em um rebanho Brangus-Ibagé  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available In the detection phase of a bovine marker assisted selection program, this paper investigated the genetic variability of three microsatellites on the chromosome 18 (BTA 18). The possible associations between genotypes or alleles of these markers versus weight at first calving and a lifetime calving interval (as indicators of reproductive performance) were evaluated in a beef cattle herd (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore). Eleven alleles were detected in TGLA227 and ILSTS002 and three in BMS3004, the most frequent being TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 and BMS3004*129. Polymorphic information content ranged from 0.41 to 0.84, while heterozygosity ranged from 49% to 86%, with an average value of 77%. The association analyses performed between genotype classes for the genetic markers versus weight at first calving indicated no significant result. Also, no correlation was observed between calving interval (CI) and TGLA227 genotypes. However, positive associations were detected between ILSTS002 and BMS3004 and CI. Animals carrying at least one ILSTS002*135 allele presented a CI about 39 days longer than the individuals with other genotypes; animals heterozygous for BMS3004 presented a CI about 35 days shorter than the homozygous. On these grounds, it can be concluded that these markers can be useful as an aid to fertility selection, in this herd.Na fase de detecção, em um programa de seleção assistida por marcadores, em bovinos, este trabalho investigou a variabilidade genética de três microssatélites no cromossomo 18 (BTA 18). As possíveis associações entre genótipos ou alelos destes marcadores versus o peso ao primeiro parto e o intervalo entre partos (como indicadores do desempenho reprodutivo) foram avaliados em um rebanho de gado de corte (5/8 Aberdeen Angus x 3/8 Nelore). Onze alelos foram detectados em TGLA227 e ILSTS002 e três em BMS3004, os mais freqüentes sendo TGLA227*79, ILSTS002*133, ILSTS002*135 e BMS3004*129. O conteúdo polimórfico de informação variou de 0,41 a 0,84, enquanto a heterozigosidade variou de 49 a 86%, com média de 77%. As análises de associação efetuadas entre classes genotípicas dos marcadores genéticos versus o peso ao primeiro parto não indicaram resultados significantes. Da mesma forma, nenhuma correlação foi observada entre o intervalo entre partos (IEP) e os genótipos de TGLA227. Entretanto, associações positivas foram detectadas entre ILSTS002 e BMS3004 com o IEP. Animais portadores de pelo menos um alelo ILSTS002*135 apresentaram IEP cerca de 39 dias mais longo que os indivíduos com outros genótipos, e animais heterozigotos para BMS3004 apresentaram IEP cerca de 35 dias mais curto que os homozigotos. Assim, pode-se concluir que esses marcadores podem ser úteis como auxiliares na seleção para fertilidade, o rebanho em questão.

Tania de Azevedo Weimer; Clara Sabina Steigleder; Márcia Silveira Machado; Sabrina Esteves Matos Almeida; João Francisco Coelho Oliveira; José Carlos Ferrugem Moraes; Luis Ernani Henkes

2007-01-01

149

OVULATION INDUCTION IN BEEF COWS WITH DIFFERENT FORAGES ALLOWANCES DURING POST PARTUM INDUÇÃO DA OVULAÇÃO EM VACAS DE CORTE COM DIFERENTES OFERTAS FORRAGEIRAS DURANTE O PERÍODO PÓS-PARTO  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available This experiment compared the efficiency of combined hormonal treatment and 96-hour calf removal with weaning in cows fed different forages allowances and with different weight gains. A total of 310 cows (190 Aberdeen Angus and 120 Charolais), 50 to 70 days postpartum, were sorted into 6 groups. Groups A2, A5, B2 and B5 were composed of 53, 49, 53 and 55 cows, respectively; the first two groups had higher forage availability, while the others had lower forage availability, in the postpartum period; groups A2 and B2 received 2mg estradiol benzoate (day zero) and the groups A5 and B5 5mg estradiol benzoate as well as an intra-vaginal device (CIDR) with progesterone. Six days later they received 1000UI equine chorionic gonadotropin (eCG). At day 7 the CIDR device was removed and the 96-hour calf removal period began. Groups AD and BD, with 52 and 48 cows and high and low forage availability respectively, in the postpartum period, were weaned on day 7. All cows that showed estrous were inseminated between day 7 and 17, and then were bred, up to day 67. Between days 60 and 127, ultrasounds diagnosis of pregnancy were performed. Data analysis was carried out using to the PROC CATMOD in the SAS statistical program. There were no significant differences in pregnancy (p>0.05) rates among groups submitted to different forage offers. Data was then analyzed according to whether the cow gamed or lost weight in the post partum period. These results indicate that weaning was more efficient than the hormonal treatment used and cows that lost weight in the have gained weight in the same period. KEY WORDS: Beef cows, forages availability, ovulation induction, post-partum anestrous, weaning. Este experimento teve por objetivo comparar a eficiência de um protocolo hormonal associado ao desmame por 96 horas com o desmame definitivo, em vacas em pastejo com diferentes ofertas forrageiras. Utilizaram-se 310 vacas (190 Aberdeen-Angus e 120 Charolês), entre 50 e 70 dias pós-parto, distribuídas em seis grupos. Os grupos A2, A5, B2 e B5 foram mantidos em maior (A2 e A5) e menor (B2 e B5) disponibilidade forrageira, no período parto-tratamento, e receberam (dia 0) 2mg (A2 e B2) e 5mg (A5 e B5) de benzoato de estradiol e dispositivo intravaginal com acetato de medroxiprogesterona (CIDR). Seis dias após, receberam 1.000 UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG). No sétimo dia, foi retirado o CIDR e procedido ao desmame dos bezerros por 96 horas. Os grupos AD e BD foram constituídos por 52 e 48 vacas, permanecendo, respectivamente, em maior e menor disponibilidade forrageira, submetidas ao desmame definitivo dos bezerros (dia 7). Inseminaram-se as vacas que manifestaram estro entre os dias 7 e 17, sendo acasaladas, depois, até o 67ºdia.  Nos dias 60 e 127 realizaram-se diagnósticos ultra-sonográficos de prenhez. Para análise dos dados, utilizou-se PROC CATMOD do pacote estatístico do SAS, não se verificando diferença (P>0,05) na prenhez entre os grupos com diferentes ofertas forrageiras. Uma nova análise das vacas, conforme seus ganhos de peso, indicou que o desmame definitivo proporciona melhor percentual de prenhez em relação ao modelo de tratamento hormonal utilizado. As vacas que perdem peso no período pós-parto respondem, ao desmame definitivo, mais lentamente do que as que ganham peso no mesmo período. PALAVRAS-CHAVES: Anestro pós-parto desmame, indução à ovulação, ofertas forrageiras, vacas de corte.

Gustavo Herter Terra; Paulo Bayard Dias Gonçalves; João Francisco Coelho de Oliveira; Tania de Azevedo Weimer; Jairo Pereira Neves

2008-01-01

150

Colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas/ Cervical bacterial colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: estudar a colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou com ruptura prematura de membranas. MÉTODOS: foram avaliadas 212 gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. Na admissão hospitalar foram coletadas duas amostras do conteúdo endocervical e realizadas bacterioscopia e cultura em meios ágar sangue e ágar chocolate. Foram analisadas associações da colonização endocervical co (more) m infecção do trato urinário materno, corioamnionite, utilização de antibióticos, sofrimento fetal, prematuridade e infecção e óbito neonatais. RESULTADOS: a prevalência de colonização endocervical foi 14,2% (IC95%=9,5-18,9%), com resultados similares entre os casos com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. O microorganismo mais prevalente na população estudada foi o estreptococo do grupo B (9,4%), sendo também isolados Candida sp, Streptococcus sp, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli e Enterococcus sp. Das bacterioscopias analisadas, os achados mais freqüentes foram baixa prevalência de bacilos de Döderlein e elevado número de leucócitos. Em mulheres colonizadas, houve maior prevalência de infecção do trato urinário (23,8 versus 5,4%; p Abstract in english PURPOSE: to study cervical colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes. METHODS: two hundred and twelve pregnant women with preterm labor or premature rupture of membranes were studied. Two cervical samples from each woman were collected and bacterioscopy and culture were performed. Association of cervical microorganisms and urinary tract infection, chorioamnionitis, fetal stress, antibiotic use, prematurity, neonatal infection, and neonatal (more) death were evaluated. RESULTS: the prevalence of endocervical colonization was 14.2% (CI95%=9.5-18.9%), with similar results in preterm labor or premature rupture of membranes. Group B streptococcus was the most prevalent organism (9.4%). Other organisms isolated were Candida sp, Streptococcus sp, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli and Enterococcus sp. The most common findings of bacterioscopy were a reduced number of lactobacilli and a great number of leukocytes. Endocervical colonization was associated with a higher occurrence of urinary tract infection (23.8 versus 5.4%; p

Lajos, Giuliane Jesus; Passini Junior, Renato; Nomura, Marcelo Luís; Amaral, Eliana; Pereira, Belmiro Gonçalves; Milanez, Helaine; Parpinelli, Mary Ângela

2008-08-01

151

Colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas Cervical bacterial colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: estudar a colonização bacteriana do canal cervical em gestantes com trabalho de parto prematuro ou com ruptura prematura de membranas. MÉTODOS: foram avaliadas 212 gestantes com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. Na admissão hospitalar foram coletadas duas amostras do conteúdo endocervical e realizadas bacterioscopia e cultura em meios ágar sangue e ágar chocolate. Foram analisadas associações da colonização endocervical com infecção do trato urinário materno, corioamnionite, utilização de antibióticos, sofrimento fetal, prematuridade e infecção e óbito neonatais. RESULTADOS: a prevalência de colonização endocervical foi 14,2% (IC95%=9,5-18,9%), com resultados similares entre os casos com trabalho de parto prematuro ou ruptura prematura de membranas. O microorganismo mais prevalente na população estudada foi o estreptococo do grupo B (9,4%), sendo também isolados Candida sp, Streptococcus sp, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli e Enterococcus sp. Das bacterioscopias analisadas, os achados mais freqüentes foram baixa prevalência de bacilos de Döderlein e elevado número de leucócitos. Em mulheres colonizadas, houve maior prevalência de infecção do trato urinário (23,8 versus 5,4%; pPURPOSE: to study cervical colonization in women with preterm labor or premature rupture of membranes. METHODS: two hundred and twelve pregnant women with preterm labor or premature rupture of membranes were studied. Two cervical samples from each woman were collected and bacterioscopy and culture were performed. Association of cervical microorganisms and urinary tract infection, chorioamnionitis, fetal stress, antibiotic use, prematurity, neonatal infection, and neonatal death were evaluated. RESULTS: the prevalence of endocervical colonization was 14.2% (CI95%=9.5-18.9%), with similar results in preterm labor or premature rupture of membranes. Group B streptococcus was the most prevalent organism (9.4%). Other organisms isolated were Candida sp, Streptococcus sp, Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli and Enterococcus sp. The most common findings of bacterioscopy were a reduced number of lactobacilli and a great number of leukocytes. Endocervical colonization was associated with a higher occurrence of urinary tract infection (23.8 versus 5.4%; p<0.01), early-onset neonatal infection (25.0 versus 7.3%; p<0.01) and neonatal mortality (two cases in colonized women; p<0.02) when compared with a negative culture of endocervical mucus. CONCLUSIONS: this study showed high prevalence of endocervical colonization despite the use of a nonselective culture media. The main microorganism isolated was group B streptococcus, but other organisms were present in one third of the studied population. More studies are needed to evaluate the influence of endocervical colonization on obstetrical outcome and on neonatal infection and mortality.

Giuliane Jesus Lajos; Renato Passini Junior; Marcelo Luís Nomura; Eliana Amaral; Belmiro Gonçalves Pereira; Helaine Milanez; Mary Ângela Parpinelli

2008-01-01

152

Efeitos da analgesia do sufentanil por via subaracnóidea e bupivacaína a 0,25% por via peridural sobre as concentrações plasmáticas de ocitocina e cortisol em gestantes em trabalho de parto Efectos de la analgesia del sufentanil por vía subaracnóidea y bupivacaína a 0,25% por vía peridural sobre las concentraciones plasmáticas de ocitocina y cortisol en embarazadas en trabajo de parto Effects of analgesic intrathecal sufentanil and 0.25% epidural bupivacaine on oxytocin and cortisol plasma concentration in labor patients  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O sufentanil por via subaracnóidea promove analgesia do trabalho de parto comparável à peridural com anestésicos locais. As duas técnicas diminuem alguns parâmetros da resposta neuroendócrina à dor do parto, e ambas podem atenuar a liberação reflexa de ocitocina em animais. O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos das duas técnicas nas concentrações plasmáticas de ocitocina (CPO) e cortisol (CPC) durante o trabalho de parto. MÉTODO: Trinta parturientes com 4 - 7 cm de dilatação foram arroladas neste estudo de forma aleatória e encoberta. No grupo S receberam sufentanil (10 mg) por via subaracnóidea e no grupo B receberam bupivacaína a 0,25% por via peridural. A analgesia foi medida usando Escala Analógica Visual e amostras sangüíneas de ocitocina e cortisol foram obtidas antes, 30 e 60 minutos após a administração das drogas. As CPO e CPC foram determinadas através da técnica de radioimunoensaio. RESULTADOS: A analgesia no grupo S foi mais intensa aos 30 minutos. As CPO e CPC nos dois grupos foram semelhantes antes da analgesia. No grupo S, houve diminuição significativa da CPO aos 60 minutos e CPC aos 30 e 60 minutos, enquanto no grupo B, CPO e CPC permaneceram estáveis durante todo o estudo. CONCLUSÕES: Nas condições deste estudo, a analgesia peridural com bupivacaína esteve associada à manutenção das concentrações plasmáticas de cortisol e ocitocina. Contrariamente, a analgesia promovida pelo sufentanil, por via subaracnóidea, foi mais intensa e produziu diminuição nas concentrações destes hormônios.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El sufentanil por vía subaracnóidea promueve analgesia del trabajo de parto comparable a la peridural con anestésicos locales. Las dos técnicas diminuyen algunos parámetros de la respuesta neuroendócrina al dolor del parto, y ambas pueden atenuar la liberación refleja de ocitocina en animales. El objetivo de este estudio fue comparar los efectos de las dos técnicas en las concentraciones plasmáticas de ocitocina (CPO) y cortisol (CPC) durante el trabajo de parto. MÉTODO: Treinta parturientas con 4-7 cm de dilatación, fueron escogidas en este estudio de forma aleatoria y encubierta. En el grupo S recibieron sufentanil (10 mg), por via subaracnoidea y en el grupo B recibieron bupivacaína a 0,25% por vía peridural. La analgesia fue medida usando Escala Analógica Visual y muestras sanguíneas de ocitocina y cortisol fueron obtenidas antes, 30 y 60 minutos después la administración de las drogas. As CPO y CPC fueron determinadas por medio de la técnica de radioinmunoensayo. RESULTADOS: La analgesia en el grupo S fue más intensa con 30 minutos. Las CPO y CPC en los dos grupos fueron semejantes antes de la analgesia. En el grupo S, hubo diminución significativa de la CPO a los 60 minutos y CPC a los 30 y 60 minutos, en cuanto en el grupo B, CPO y CPC permanecieron estables durante todo el estudio. CONCLUSIONES: En las condiciones de este estudio, la analgesia peridural con bupivacaína estuvo asociada a la manutención de las concentraciones plasmáticas de cortisol y ocitocina. Contrariamente, la analgesia promovida por el sufentanil, por vía subaracnóidea, fue más intensa y produjo diminución en las concentraciones de estas hormonas.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Intrathecal sufentanil provides analgesia comparable to epidural local anesthetics for labor pain. Both techniques decrease some parameters of neuroendocrine response to labor pain and both may mitigate reflex oxytocin release in animals. This study aimed to compare the effect of both techniques on cortisol (CPC) and oxytocin (OPC) plasma concentrations in labor patients. METHODS: Participated in this randomized covered study 30 healthy parturients in spontaneous labor with 4-7 cm cervical dilatation. Group S patients received intrathecal sufentanil (10 mg) and group B received epidural 0.25% bupivacaine. Analgesia was assessed by a visual analogue scale and blood oxytocin and cortisol samples were collected before, 30 and 6

Renato Mestriner Stocche; Luiz Vicente Garcia; Jyrson Guilherme Klamt

2001-01-01

153

Efeitos da analgesia do sufentanil por via subaracnóidea e bupivacaína a 0,25% por via peridural sobre as concentrações plasmáticas de ocitocina e cortisol em gestantes em trabalho de parto/ Effects of analgesic intrathecal sufentanil and 0.25% epidural bupivacaine on oxytocin and cortisol plasma concentration in labor patients/ Efectos de la analgesia del sufentanil por vía subaracnóidea y bupivacaína a 0,25% por vía peridural sobre las concentraciones plasmáticas de ocitocina y cortisol en embarazadas en trabajo de parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O sufentanil por via subaracnóidea promove analgesia do trabalho de parto comparável à peridural com anestésicos locais. As duas técnicas diminuem alguns parâmetros da resposta neuroendócrina à dor do parto, e ambas podem atenuar a liberação reflexa de ocitocina em animais. O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos das duas técnicas nas concentrações plasmáticas de ocitocina (CPO) e cortisol (CPC) durante o trabalho de parto. (more) MÉTODO: Trinta parturientes com 4 - 7 cm de dilatação foram arroladas neste estudo de forma aleatória e encoberta. No grupo S receberam sufentanil (10 mg) por via subaracnóidea e no grupo B receberam bupivacaína a 0,25% por via peridural. A analgesia foi medida usando Escala Analógica Visual e amostras sangüíneas de ocitocina e cortisol foram obtidas antes, 30 e 60 minutos após a administração das drogas. As CPO e CPC foram determinadas através da técnica de radioimunoensaio. RESULTADOS: A analgesia no grupo S foi mais intensa aos 30 minutos. As CPO e CPC nos dois grupos foram semelhantes antes da analgesia. No grupo S, houve diminuição significativa da CPO aos 60 minutos e CPC aos 30 e 60 minutos, enquanto no grupo B, CPO e CPC permaneceram estáveis durante todo o estudo. CONCLUSÕES: Nas condições deste estudo, a analgesia peridural com bupivacaína esteve associada à manutenção das concentrações plasmáticas de cortisol e ocitocina. Contrariamente, a analgesia promovida pelo sufentanil, por via subaracnóidea, foi mais intensa e produziu diminuição nas concentrações destes hormônios. Abstract in spanish JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: El sufentanil por vía subaracnóidea promueve analgesia del trabajo de parto comparable a la peridural con anestésicos locales. Las dos técnicas diminuyen algunos parámetros de la respuesta neuroendócrina al dolor del parto, y ambas pueden atenuar la liberación refleja de ocitocina en animales. El objetivo de este estudio fue comparar los efectos de las dos técnicas en las concentraciones plasmáticas de ocitocina (CPO) y cortisol (CPC) d (more) urante el trabajo de parto. MÉTODO: Treinta parturientas con 4-7 cm de dilatación, fueron escogidas en este estudio de forma aleatoria y encubierta. En el grupo S recibieron sufentanil (10 mg), por via subaracnoidea y en el grupo B recibieron bupivacaína a 0,25% por vía peridural. La analgesia fue medida usando Escala Analógica Visual y muestras sanguíneas de ocitocina y cortisol fueron obtenidas antes, 30 y 60 minutos después la administración de las drogas. As CPO y CPC fueron determinadas por medio de la técnica de radioinmunoensayo. RESULTADOS: La analgesia en el grupo S fue más intensa con 30 minutos. Las CPO y CPC en los dos grupos fueron semejantes antes de la analgesia. En el grupo S, hubo diminución significativa de la CPO a los 60 minutos y CPC a los 30 y 60 minutos, en cuanto en el grupo B, CPO y CPC permanecieron estables durante todo el estudio. CONCLUSIONES: En las condiciones de este estudio, la analgesia peridural con bupivacaína estuvo asociada a la manutención de las concentraciones plasmáticas de cortisol y ocitocina. Contrariamente, la analgesia promovida por el sufentanil, por vía subaracnóidea, fue más intensa y produjo diminución en las concentraciones de estas hormonas. Abstract in english BACKGROUND AND OBJECTIVES: Intrathecal sufentanil provides analgesia comparable to epidural local anesthetics for labor pain. Both techniques decrease some parameters of neuroendocrine response to labor pain and both may mitigate reflex oxytocin release in animals. This study aimed to compare the effect of both techniques on cortisol (CPC) and oxytocin (OPC) plasma concentrations in labor patients. METHODS: Participated in this randomized covered study 30 healthy parturie (more) nts in spontaneous labor with 4-7 cm cervical dilatation. Group S patients received intrathecal sufentanil (10 mg) and group B received epidural 0.25% bupivacaine. Analgesia was assessed by a visua

Stocche, Renato Mestriner; Garcia, Luiz Vicente; Klamt, Jyrson Guilherme

2001-01-01

154

Avaliação da medida do comprimento do colo e da ausência do eco glandular endocervical para predição do parto pré-termo/ Evaluation of risk for preterm delivery by measurement of uterine cervix and cervical gland area  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: verificar a prevalência do sinal eco glandular endocervical (EGE) e o comprimento cervical menor ou igual a 20 mm em gestantes entre a 21ª e a 24ª semana e comparar estes sinais ecográficos como fatores indicadores de parto pré-termo espontâneo. MÉTODOS: estudo prospectivo transversal no qual foram incluídas 361 gestantes da população geral, para realização de exame ultra-sonografico em idade gestacional entre a 21ª a 24ª semana. Os critérios de e (more) xclusão do estudo foram malformações müllerianas, gestações múltiplas, malformações fetais, óbito fetal, alterações da quantidade de líquido amniótico, placenta com inserção segmentar, antecedentes de cirurgia no colo uterino (conização, amputação, cerclagem) e procedimentos cirúrgicos durante a gestação. Após a realização do exame ultra-sonográfico obstétrico morfológico efetuado por via abdominal, seguiu-se o exame ecográfico por via vaginal para observação de uma faixa hipoecóica ou hiperecóica adjacente ao canal endocervical correpondente às glândulas do epitélio endocervical (EGE) e mensuração do comprimento cervical. As variáveis qualitativas são representadas por freqüência absoluta e relativa, ao passo que as variáveis quantitativas, por média, desvio-padrão, mediana e valores mínimo e máximo. A associação entre as variáveis qualitativas foi avaliada pelo teste c² ou teste exato de Fisher. Para cada variável estudada, foi calculado o risco relativo seguido do intervalo com 95% de confiança. A técnica de análise de regressão logística univariada foi utilizada para verificar, entre as variáveis estudadas, quais foram indicativas de parto pré-termo espontâneo. O nível de significância adotado foi de 95% (alfa = 5%) e descritivos (p) iguais ou inferiores a 0,05 foram considerados significantes. RESULTADOS: a incidência do parto pré-termo espontâneo foi de 5,0%. O comprimento do colo uterino revelou-se igual ou inferior a 20 mm em 3,3% da população estudada e em 27,8% das pacientes que apresentaram parto pré-termo espontâneo. A ausência do EGE foi detectada em 2,8% das pacientes estudadas e em 44,4% das pacientes que evoluíram para parto pré-termo espontâneo. A associação entre ausência do EGE e presença do colo curto revelou-se estatisticamente significante (p Abstract in english PURPOSE: to verify the prevalence of two sonographic findings, the cervical gland area (CGA) feature and the cervical length of less than 20 mm, and to compare these with the risk for premature delivery in pregnant women between 21 and 24 weeks' gestation. METHOD: this was a prospective, cross-sectional study in which 361 women were consecutively examined by transvaginal ultrasonography. Müllerian or other malformations, multiple gestations, fetal death, olygo- or polyhy (more) dramnios, marginal placenta previa, and conization, cerclage, amputation or other surgical procedures in the cervix, prior to or during pregnancy, were exclusion criteria. After the abdominal ultrasonographic morphological examination, we used transvaginal ultrasonography to measure the cervical length and to observe the presence of hyper- or hypoechoic area next to the endocervical canal, a feature characteristic of endocervical epithelium glands which is called CGA (cervical gland area). Qualitative variables are expressed as absolute and relative frequency. Quantitative variables are expressed as mean, median, standard deviation, minimum, and maximum values. Association between qualitative variables was detected by the c² test or by the Fisher exact test. For each variable, the relative risk and the 95% confidence interval (CI) were calculated. Logistic regression analysis was used to calculate the predictive values for premature delivery. Significance level was 95% (alpha = 5%), with descriptive (p) values equal or lower than 0.05 considered significant. RESULTS: spontaneous preterm delivery occurred in 5.0% of the patients. Cervical length was up to 20 mm in 3.3% of a

Pires, Claudio Rodrigues; Moron, Antonio Fernandes; Mattar, Rosiane; Kulay Júnior, Luiz

2004-04-01

155

Avaliação da medida do comprimento do colo e da ausência do eco glandular endocervical para predição do parto pré-termo Evaluation of risk for preterm delivery by measurement of uterine cervix and cervical gland area  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: verificar a prevalência do sinal eco glandular endocervical (EGE) e o comprimento cervical menor ou igual a 20 mm em gestantes entre a 21ª e a 24ª semana e comparar estes sinais ecográficos como fatores indicadores de parto pré-termo espontâneo. MÉTODOS: estudo prospectivo transversal no qual foram incluídas 361 gestantes da população geral, para realização de exame ultra-sonografico em idade gestacional entre a 21ª a 24ª semana. Os critérios de exclusão do estudo foram malformações müllerianas, gestações múltiplas, malformações fetais, óbito fetal, alterações da quantidade de líquido amniótico, placenta com inserção segmentar, antecedentes de cirurgia no colo uterino (conização, amputação, cerclagem) e procedimentos cirúrgicos durante a gestação. Após a realização do exame ultra-sonográfico obstétrico morfológico efetuado por via abdominal, seguiu-se o exame ecográfico por via vaginal para observação de uma faixa hipoecóica ou hiperecóica adjacente ao canal endocervical correpondente às glândulas do epitélio endocervical (EGE) e mensuração do comprimento cervical. As variáveis qualitativas são representadas por freqüência absoluta e relativa, ao passo que as variáveis quantitativas, por média, desvio-padrão, mediana e valores mínimo e máximo. A associação entre as variáveis qualitativas foi avaliada pelo teste c² ou teste exato de Fisher. Para cada variável estudada, foi calculado o risco relativo seguido do intervalo com 95% de confiança. A técnica de análise de regressão logística univariada foi utilizada para verificar, entre as variáveis estudadas, quais foram indicativas de parto pré-termo espontâneo. O nível de significância adotado foi de 95% (alfa = 5%) e descritivos (p) iguais ou inferiores a 0,05 foram considerados significantes. RESULTADOS: a incidência do parto pré-termo espontâneo foi de 5,0%. O comprimento do colo uterino revelou-se igual ou inferior a 20 mm em 3,3% da população estudada e em 27,8% das pacientes que apresentaram parto pré-termo espontâneo. A ausência do EGE foi detectada em 2,8% das pacientes estudadas e em 44,4% das pacientes que evoluíram para parto pré-termo espontâneo. A associação entre ausência do EGE e presença do colo curto revelou-se estatisticamente significante (pPURPOSE: to verify the prevalence of two sonographic findings, the cervical gland area (CGA) feature and the cervical length of less than 20 mm, and to compare these with the risk for premature delivery in pregnant women between 21 and 24 weeks' gestation. METHOD: this was a prospective, cross-sectional study in which 361 women were consecutively examined by transvaginal ultrasonography. Müllerian or other malformations, multiple gestations, fetal death, olygo- or polyhydramnios, marginal placenta previa, and conization, cerclage, amputation or other surgical procedures in the cervix, prior to or during pregnancy, were exclusion criteria. After the abdominal ultrasonographic morphological examination, we used transvaginal ultrasonography to measure the cervical length and to observe the presence of hyper- or hypoechoic area next to the endocervical canal, a feature characteristic of endocervical epithelium glands which is called CGA (cervical gland area). Qualitative variables are expressed as absolute and relative frequency. Quantitative variables are expressed as mean, median, standard deviation, minimum, and maximum values. Association between qualitative variables was detected by the c² test or by the Fisher exact test. For each variable, the relative risk and the 95% confidence interval (CI) were calculated. Logistic regression analysis was used to calculate the predictive values for premature delivery. Significance level was 95% (alpha = 5%), with descriptive (p) values equal or lower than 0.05 considered significant. RESULTS: spontaneous preterm delivery occurred in 5.0% of the patients. Cervical length was up to 20 mm in 3.3% of all studied patients and in 27.8% of those who delivered spon

Claudio Rodrigues Pires; Antonio Fernandes Moron; Rosiane Mattar; Luiz Kulay Júnior

2004-01-01

156

Ectopic pregnancy: the role of transvaginal sonography  

International Nuclear Information System (INIS)

[en] To determine the predictability of ectopic gestation by transvaginal sonography, we have prospectively studied 234 patients who were clinically suspicious of ectopic gestation. Of 234 patients, 143 had an ectopic gestation, 16 had a viable intrauterine pregnancy, 19 had a nonviable intrauterine pregnancy, 16 had an ovarian cyst, 15 had a pelvic inflammatory disease and the remaining 25 did not have any pathologic lesion. Of 136 ectopic gestation which were corresponded to sonographic findings, transvaginal sonography provided important information i.e, extrauterine gestational sac (61 cases), tad-pole appearance of hematosalpinx (49 cases), nonspecific adnexal mass (28 cases), and hypoechoic masses (3 cases). Extrauterine gestational sac showed fetal pole with definite heart beat in 14 cases, fetal pole without heart beat in 8 cases and yolk sac without fetal pole in 15 cases. Follow-up transvaginal sonography performed 5 days after the initial sonography provided additional information, that is, newly developed extrauterine gestational sac (7 cases), hematosalpinx (4 cases), fetal heart beat (2 cases), and the yolk sac (1 case). Interval growth of the extrauterine gestational sac (3 cases) and of the hematosal pinx (5 cases) were noted on the follow up study. In all cases, patients accepted well with the procedure of transvaginal sonography without any complaint. The application of the transvaginal sonography as an initial screening test for the evaluation of ectopic gestation had and excellent diagnostic predictability with sensitivity 95.1%, specificity 78%, positive predictive value 87.1% and negative predictive value 91%

1990-01-01

157

Pregnancy outcomes after transvaginal myomectomy by colpotomy.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

OBJECTIVE: To examine long-term effects of transvaginal myomectomy by colpotomy on uterine ruptures, fertility and pregnancy outcome. STUDY DESIGN: Transvaginal myomectomy by colpotomy was performed for sixteen patients who had symptomatic uterine leiomyomas and wished to preserve their fertility. Data on possible pregnancies, infertility treatments, hysterectomies and other reoperations during a follow-up period of ten years were retrospectively collected from the hospital records. Those who had no outpatient contacts in the hospital records were interviewed by telephone. RESULTS: Eight (50%) of the 16 patients tried actively to conceive and they produced 14 pregnancies: six of them had two pregnancies and two had one. The median interval between the transvaginal myomectomy and the first pregnancy was 17 months (range 14-68 months). All pregnancies were uneventful and ended in full-term delivery of a healthy infant. Uncomplicated vaginal delivery was recorded in 10 (71%), vacuum extraction in one (7%) and cesarean section in three (21%) out of 14 cases. Uterine rupture or heavy postpartal bleeding was not reported. CONCLUSIONS: Pregnancies after transvaginal myomectomy by colpotomy were uneventful and no uterine ruptures were detected during a long-term follow-up. Pregnancy rates after the procedure appear to be similar to results after abdominal or laparoscopic myomectomy. Transvaginal myomectomy by colpotomy is a safe and feasible treatment option for selected patients wishing to preserve their ability to conceive.

Rovio PH; Heinonen PK

2012-04-01

158

A prova de trabalho de parto aumenta a morbidade materna e neonatal em primíparas com uma cesárea anterior? Does a trial of labor for vaginal delivery increase maternal and neonatal morbidity among primiparous women who had one previous cesarean section?  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: comparar a morbidade materna e os resultados neonatais, bem como algumas características clínicas e epidemiológicas de primíparas com uma cesárea anterior, segundo a realização de cesárea eletiva (CE) ou prova de trabalho de parto (PTP) no segundo parto. PACIENTES E MÉTODO: trata-se de estudo de corte transversal retrospectivo do segundo parto em mulheres com uma cesárea prévia, atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM)/UNICAMP, no período de 1986 a 1998. Os dados foram obtidos de 2068 prontuários clínicos que correspondiam a 322 casos de CE e 1746 de PTP. A análise dos dados foi realizada pela distribuição percentual dos casos de CE e PTP e das categorias das variáveis nestes dois grupos, com a diferença estatística avaliada pelos testes chi2, chi2 para tendência (chi2 trend) e exato de Fisher, com nível de significância de 95%. RESULTADO: a indicação de CE diminuiu progressivamente com o tempo, passando de 22,6% em 1986 para 5% em 1998. A morbidade materna foi semelhante e reduzida nos dois grupos (1,24 e 1,21%). Não houve diferença significativa entre os grupos quanto ao índice de Apgar e natimortalidade, mas notou-se proporção significativamente maior de RN prematuros e com peso 4.000 g no grupo submetido à CE. A prevalência de CE foi significativamente maior em mulheres com idade >35 anos, história pregressa ou atual de síndrome hipertensiva, diabetes ou primeiro filho morto, bem como com alterações no volume do líquido amniótico. CONCLUSÕES: A realização da PTP aumentou progressivamente ao longo dos treze anos, sem aumento na morbidade materna e/ou neonatal. As indicações de CE obedeceram critério médico relacionado às condições clínicas maternas e/ou fetais desfavoráveis ao parto vaginal.PURPOSE: to compare maternal morbidity, neonatal results and some clinical and epidemiological characteristics among primiparous women who had one previous cesarean section, according to the performance of elective cesarean (EC) section or trial of labor (TL) during the second delivery. PATIENTS AND METHODS: this is a retrospective cross-sectional study on the second delivery of women who previously had a cesarean section and were assisted at the Center for Integral Assistance to Women's Health (CAISM/UNICAMP), from 1986 to 1998. Data were collected from 2068 clinical records corresponding to 322 cases of EC and 1746 of TL. Data analysis was performed through percentage distribution of the EC and TL cases and also the distribution of variables between these two groups, using the chi2, chi2 for trend and Fisher exact tests to evaluate the statistical difference, with a significance level of 95%. RESULTS: the indication of EC decreased progressively with time, from 22.6% in 1986 to 5% in 1998. Maternal morbity was similar and low in both groups (1.24% and 1.21%). There was no significant difference between groups regarding Apgar score and stillbirths, but there was a significantly higher proportion of premature newborns and with birth weight below 2.500 g and above 4.000 g in the group who underwent EC. The prevalence of EC was significantly higher in women 35 or more years old, with previous or current history of hypertensive disorder, diabetes or with a first dead child, as well as with changes in the volume of amniotic fluid. CONCLUSIONS: performing TL progressively increased during this period of thirteen years, without any increase of maternal and/or neonatal morbidity. The indication for EC followed medical criteria related to unfavorable maternal and/or fetal clinical conditions for vaginal delivery.

Jacinta Pereira Matias; Mary Angela Parpinelli; José Guilherme Cecatti; Renato Passini Júnior

2003-01-01

159

Representações e experiências das mulheres sobre a assistência ao parto vaginal e cesárea em maternidades pública e privada/ Women's representations and experiences with vaginal and cesarean delivery in public and private maternity hospitals  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Este estudo analisa as diferentes representações e experiências quanto ao parto vaginal e cesárea de mulheres de diferentes estratos sócio-econômicos, bem como a natureza das relações profissionais de saúde/usuárias no contexto institucional em que estão inseridas. A pesquisa de natureza qualitativa foi desenvolvida em três maternidades do Município do Rio de Janeiro, Brasil, sendo uma pública, uma conveniada com o SUS e uma particular, com mulheres que tive (more) ram os dois tipos de parto. Os resultados revelam que o modelo de organização dos serviços público e privado apresentam variações que produzem diferentes tipos de assistência e de relação entre os profissionais de saúde e as usuárias, dando forma a experiências distintas entre as mulheres pesquisadas. Todavia, ao empreendermos uma crítica assentada nas relações de gênero, podemos verificar que o modelo de assistência ao parto permanece submetendo quem deve ser sujeito e reproduzindo o projeto da medicalização - mesmo que este processo se manifeste de formas diferenciadas entre os grupos estudados -, o que reduz o campo da assistência e inviabiliza um lugar de poder diferenciado das usuárias. Abstract in english This study analyzes the different representations and experiences of women from different social classes, including issues related to their relations with hospital staff in different institutional settings. This qualitative study focused on women who had experienced both types of delivery, in three maternity hospitals in Rio de Janeiro, Brazil (one public, one fully private, and another private under an outsourcing agreement with the public health system). The study showe (more) d that variations in public and private service models result in different types of delivery care and different relations with staff, and are reflected in different birthing experiences for the women. However, a critical gender perspective shows that in both cases, the service models reproduce the medicalization of childbirth and women's submission as objects in the birthing process. Although this is manifested in different ways in the three groups, the end result is to reduce the range of care and the possibility of women's empowerment during childbirth.

Gama, Andréa de Sousa; Giffin, Karen Mary; Angulo-Tuesta, Antonia; Barbosa, Gisele Peixoto; d'Orsi, Eleonora

2009-11-01

160

Parto pretérmino en adolescentes  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objetivo: Determinar la prevalencia de parto pretérmino en las adolescentes, durante el año 2005, patologías asociadas y complicaciones perinatales. Método: Estudio descriptivo y transversal. La muestra estuvo conformada por 68 pacientes que cumplieron los criterios de inclusión. Se hizo revisión de historias clínicas. Ambiente: Hospital "Dr. Adolfo Prince Lara". Puerto Cabello, Estado Carabobo. Resultados: La prevalencia de parto pretérmino fue 10,51 %. El grupo de edad más frecuente fue el de 17-19 años con 57,4 %. El estrato socioeconómico predominante fue el IV con 67,6 %. Se presentaron patologías maternas (85,3 %) y complicaciones perinatales (38,2 %). Se detectó asociación estadísticamente significativa entre la edad y las patologías maternas (PObjective: To determine the prevalence of preterm childbirth in adolescents in 2005, to distribute them according to age, socioeconomic level, associated pathologies and perinatal complications and to associate the age with pathologies and perinatal complications. Method: A descriptive, cross-sectional study was made. The sample was 68 patients that completed the inclusion criteria. Revision of clinical histories was made. Setting: Hospital "Dr. Adolfo Prince Lara". Puerto Cabello, Estado Carabobo. Results: The prevalence of preterm childbirth was 10.51 %. The most frequent age range was 17-19 years with 57.4 %. The predominant socioeconomic level was the IV with 67.6 %. They showed up maternal pathologies (85.3 %) and perinatal complications (38.2 %). A significant statistically association was detected between the age and the maternal pathologies (P<0.05). Conclusion: The poverty and the low socioeconomic level are related with the pregnancy in adolescents.

Riscarle Manrique; Airlen Rivero; Magaly Ortunio; Marianela Rivas; Rosa Cardozo; Harold Guevara

2008-01-01

 
 
 
 
161

Evisceración intestinal transvaginal después de histerectomía/ Transvaginal intestinal evisceration after hysterectomy  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in spanish La evisceración intestinal a través de la vagina después de una histerectomía es una complicación rara. Se presenta el caso de mujer posmenopáusica que presentó una evisceración transvaginal del intestino delgado después de que se le realizara una histerectomía abdominal. Se revisa la epidemiología, causas, diagnóstico y tratamiento. Abstract in english Transvaginal intestinal evisceration after hysterectomy is a uncommon complication. This is the case of a postmenopausal women presenting with transvaginal evisceration of the small intestine after a abdominal hysterectomy. Epidemiology, causes, diagnosis and treatment are analyzed.

Lobato Miguelez, José Luis; Villasante Moran, Amparo; Pérez Sanjose, Carlos; Marques Melon, María; López Valverde, Miguel

2010-12-01

162

Evisceración intestinal transvaginal después de histerectomía Transvaginal intestinal evisceration after hysterectomy  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available La evisceración intestinal a través de la vagina después de una histerectomía es una complicación rara. Se presenta el caso de mujer posmenopáusica que presentó una evisceración transvaginal del intestino delgado después de que se le realizara una histerectomía abdominal. Se revisa la epidemiología, causas, diagnóstico y tratamiento.Transvaginal intestinal evisceration after hysterectomy is a uncommon complication. This is the case of a postmenopausal women presenting with transvaginal evisceration of the small intestine after a abdominal hysterectomy. Epidemiology, causes, diagnosis and treatment are analyzed.

José Luis Lobato Miguelez; Amparo Villasante Moran; Carlos Pérez Sanjose; María Marques Melon; Miguel López Valverde

2010-01-01

163

Efeitos genéticos e de ambiente sobre produção de leite e intervalo de partos em rebanhos leiteiros monitorados por sistema de informação/ Genetic and environmental aspects on milk yield and calving interval of dairy herds monitored by computerized information systems  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Este estudo foi realizado para analisar a influência de alguns fatores de meio sobre a produção de leite e o intervalo de partos e estimar os parâmetros genéticos da produção de leite aos 305 dias (P305) e do intervalo de partos (IP). Foram analisadas 3044 lactações de 1568 vacas da raça Holandesa, paridas no período de 1988 a 1995, pertencentes a rebanhos monitorados pelo Sistema de Informação DAISY (The Dairy Information System). Nas análises dos fatores n (more) ão-genéticos, foi utilizado o método dos quadrados mínimos e para estimação dos parâmetros genéticos, o método da máxima verossimilhança restrita (REML), utilizando-se análises uni e bivariadas. As médias estimadas e os erros-padrão para P305 e IP foram 4634,3±108 kg, e 421,7±93,5 dias, respectivamente. Os efeitos de ano do parto, rebanho ou nível de produção e idade da vaca em classes influenciaram todas as características estudadas. As estimativas de herdabilidade para P305 e IEP variaram de 0,24 a 0,43 e 0,06 a 0,07, respectivamente. As correlações genética, fenotípica e de ambiente entre produção de leite até 305 dias e intervalo de partos foram 0,42; 0,06; e 0,11, respectivamente. Houve variação genética aditiva para produção de leite e correlação genética positiva, porém indesejável, entre as características analisadas, sugerindo que a seleção para a alta produção de leite poderia acarretar aumento no intervalo de parto. Abstract in english This study was carried out to analyze the influence of some environmental effects on the milk yield and calving interval and to estimate the genetic parameters at 305-day milk yield (P305), and calving interval (IP). Data from 3044 lactations of 1568 Holstein cows, calved from 1988 to 1995 belonging to dairy herds monitored by DAISY (The Dairy Information System), were used. The Least Squares Method was used to study the environment effects and the Derivative-Free Restric (more) ted Maximum Likelihood (REML) algorithm was used to estimate genetic parameters using univariate and bivariate sire model. The estimated means and standard errors were 4634.4+108 kg and 421.7+ 93.5 days for P 305 and IP, respectively. Calving year, herd or production level and age of cow affected all studied traits. The estimated heritabilities ranged from 0.24 to .43 for P305 and .06 to .07 for IP. The genetic, phenotypic and environmental correlation between 305-day milk yield and calving interval were .42, .12 and .11, respectively. There was an additive genetic variation for milk yield and a positive genetic correlation, but undesirable relationship among the traits, sugesting that the selection for high milk yield could increase the calving interval.

Zambianchi, Ana Rosa; Freitas, Maria Armênia Ramalho de; Pereira, Carmem Silva

1999-01-01

164

Características demográficas e psicossociais associadas à depressão pós-parto em uma amostra de Belo Horizonte/ Demographic and psychosocial characteristics associated with postpartum depression in a sample from Belo Horizonte  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese INTRODUÇÃO: A depressão pós-parto (DPP) tem sido alvo de inúmeras investigações científicas devido à sua alta prevalência e gravidade e também por suas repercussões negativas na puérpera e na criança. OBJETIVO:Comparar mulheres com e sem DPP em um grupo de puérperas selecionadas aleatoriamente a partir dos partos ocorridos em uma maternidade de Belo Horizonte (MG). MÉTODOS: Selecionamos 245 mulheres que tiveram parto em uma maternidade de Belo Horizonte. A (more) plicamos uma entrevista semiestruturada para a obtenção de dados psicossociais e demográficos e uma entrevista estruturada (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus) para o diagnóstico de depressão maior segundo critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV). RESULTADOS:26,9% das mulheres tinham diagnóstico de DPP. Não encontramos diferenças entre as características sociodemográficas das mulheres com (n = 66, 26,9%) e sem diagnóstico de DPP (n = 179, 73,1%). Entretanto, diversas variáveis clínicas e psicossociais se mostraram significativamente diferentes entre os dois grupos, tais como história de depressão, vivência de estresse ou presença de sintomas depressivos ou ansiosos durante a gravidez, ocorrência de complicações maternas ou na criança no pós-parto e insuficiência de suporte nos cuidados pós-natais. CONCLUSÃO: A identificação de fatores associados à DPP é importante para a compreensão de sua etiopatogenia e para o estabelecimento de estratégias de prevenção e tratamento precoce dessa grave doença. Abstract in english INTRODUCTION: Postpartum depression has been the object of extensive research both because of its high prevalence and its repercussions on the mother and the infant. OBJECTIVE:To compare women with and without depression in a sample of postpartum women randomly selected at a maternity in the city of Belo Horizonte, Brazil. METHODS: A total of 245 women who gave birth at a private maternity hospital in Belo Horizonte were selected. A semi-structured interview was used for (more) the collection of psychosocial and demographic data. Diagnosis of major depression was established using and a structured interview (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus), based on criteria set forth in the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV). RESULTS: Of the total sample, 26.9% had a diagnosis of postpartum depression. No differences were observed in the social and demographic characteristics of depressed women (n = 66, 26,9%) and of those without depression (n = 179, 73,1%). Nevertheless, several clinical and psychosocial variables showed significant differences between the groups and were therefore associated with postpartum depression, namely previous history of depression, presence of stress or depressive/anxiety symptoms during pregnancy, postpartum complications affecting the mother or the infant, and lack of support and care in the postpartum period. CONCLUSION: The identification of factors associated with postpartum depression is important for an improved understanding of the pathophysiology of this disease and for the establishment of strategies aimed at prevention and early diagnosis.

Figueira, Patricia Gomes; Diniz, Leandro Malloy; Silva Filho, Humberto Correa da

2011-01-01

165

Características demográficas e psicossociais associadas à depressão pós-parto em uma amostra de Belo Horizonte Demographic and psychosocial characteristics associated with postpartum depression in a sample from Belo Horizonte  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available INTRODUÇÃO: A depressão pós-parto (DPP) tem sido alvo de inúmeras investigações científicas devido à sua alta prevalência e gravidade e também por suas repercussões negativas na puérpera e na criança. OBJETIVO:Comparar mulheres com e sem DPP em um grupo de puérperas selecionadas aleatoriamente a partir dos partos ocorridos em uma maternidade de Belo Horizonte (MG). MÉTODOS: Selecionamos 245 mulheres que tiveram parto em uma maternidade de Belo Horizonte. Aplicamos uma entrevista semiestruturada para a obtenção de dados psicossociais e demográficos e uma entrevista estruturada (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus) para o diagnóstico de depressão maior segundo critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV). RESULTADOS:26,9% das mulheres tinham diagnóstico de DPP. Não encontramos diferenças entre as características sociodemográficas das mulheres com (n = 66, 26,9%) e sem diagnóstico de DPP (n = 179, 73,1%). Entretanto, diversas variáveis clínicas e psicossociais se mostraram significativamente diferentes entre os dois grupos, tais como história de depressão, vivência de estresse ou presença de sintomas depressivos ou ansiosos durante a gravidez, ocorrência de complicações maternas ou na criança no pós-parto e insuficiência de suporte nos cuidados pós-natais. CONCLUSÃO: A identificação de fatores associados à DPP é importante para a compreensão de sua etiopatogenia e para o estabelecimento de estratégias de prevenção e tratamento precoce dessa grave doença.INTRODUCTION: Postpartum depression has been the object of extensive research both because of its high prevalence and its repercussions on the mother and the infant. OBJECTIVE:To compare women with and without depression in a sample of postpartum women randomly selected at a maternity in the city of Belo Horizonte, Brazil. METHODS: A total of 245 women who gave birth at a private maternity hospital in Belo Horizonte were selected. A semi-structured interview was used for the collection of psychosocial and demographic data. Diagnosis of major depression was established using and a structured interview (Mini Neuropsychiatric Interview, MINI-Plus), based on criteria set forth in the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th edition (DSM-IV). RESULTS: Of the total sample, 26.9% had a diagnosis of postpartum depression. No differences were observed in the social and demographic characteristics of depressed women (n = 66, 26,9%) and of those without depression (n = 179, 73,1%). Nevertheless, several clinical and psychosocial variables showed significant differences between the groups and were therefore associated with postpartum depression, namely previous history of depression, presence of stress or depressive/anxiety symptoms during pregnancy, postpartum complications affecting the mother or the infant, and lack of support and care in the postpartum period. CONCLUSION: The identification of factors associated with postpartum depression is important for an improved understanding of the pathophysiology of this disease and for the establishment of strategies aimed at prevention and early diagnosis.

Patricia Gomes Figueira; Leandro Malloy Diniz; Humberto Correa da Silva Filho

2011-01-01

166

Induction of labor with titrated oral misoprostol solution versus oxytocin in term pregnancy: randomized controlled trial/ Indução do trabalho de parto por meio de solução oral titulada de misoprostol versus oxitocina em gestação a termo: estudo controlado randomizado  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Avaliar a eficácia e segurança do misoprostol administrado por via oral em comparação à infusão de oxitocina para a indução do trabalho de parto em gestantes a termo. MÉTODOS: Entre 2008 e 2010, um total de 285 gestantes a termo candidatas para parto vaginal foram avaliadas quanto à eligibilidade para inclusão no estudo. Vinte e cinco pacientes foram excluídas por várias razões, e as 260 mulheres incluídas foram divididas aleatoriamente em dois gr (more) upos de acordo com o método de tratamento, misoprostol ou oxitocina. O grupo tratado com o misoprostol recebeu 25 µg cada 2 horas durante um máximo de 24 horas para indução. O grupo tratado com oxitocina recebeu infusão de 10 UI, que foi aumentada gradativamente. O tempo a partir da indução até o início da fase ativa e as induções bem-sucedidas dentro de 12, 18 e 24 horas foram registrados. O ensaio foi registrado em irct.ir, número IRCT2012061910068N1. RESULTADOS: A falha de indução levando à necessidade de cesariana foi de aproximadamente 38.3% no grupo tratado com oxitocina, sendo significativamente maior em relação ao grupo tratado com misoprostol (20,3%) (p Abstract in english PURPOSE: To evaluate the effectiveness and the safety of orally administered misoprostol in comparison to intravenously infused oxytocin for labor induction in term pregnant women. METHODS: Between 2008 and 2010, a total of 285 term pregnant women whom were candidate for vaginal delivery were assessed for eligibility to enter the study. Twenty five patients were excluded for different reasons; and 260 included women were randomly assigned to one of the two groups accordin (more) g to the method of treatment, misoprostol or oxytocin. The misoprostol group received 25 µg every 2 hours for up to 24 hours for induction. The oxytocin group received an infusion of 10 IU which was gradually increased. The time from induction to delivery and induction to the beginning of the active phase and successful inductions within 12, 18, and 24 hours were recorded. The trial is registered at irct.ir, number IRCT2012061910068N1. RESULTS: Failure of induction, leading to caesarean section was around 38.3% in the oxytocin group and significantly higher than that of the misoprostol group (20.3%) (p

Aalami-Harandi, Rezvan; Karamali, Maryam; Moeini, Aida

2013-02-01

167

Milk production and quality of Holstein cows in function of the season and calving order Produção e qualidade do leite de vacas da raça Holandesa em função da estação do ano e ordem de parto  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available It was aimed to evaluate the effect of the lactation order and calving season on milk production and quality of Holstein’s cows. The lactation order had a significant effect on milk production and score of somatic cells (SSC), without affecting fat and protein content. Cows of 3rd and 4th lactation were more productive due to the complete development of the mammary gland and corporal growth. SSC rose with the increase of the lactation number due to the contact with pathological agents as the animals had a more advanced age. Lactations that begin in the spring presented the smallest milk production (Kg/cow/day) because of the heat stress that these animals suffered in the lactation pick, with damage of milk production of this lactation. SSC, the fat and protein content did not vary in function of the calving season. Lactation order and calving season caused variation in the milk production, being important the use of strategies to minimize the heat stress mainly in the lactation pick. Larger careful should be taken with cows starting from 4th lactation, because these present a higher SSC, and the heat stress can favor the mastitis occurrence.Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da ordem de lactação e estação do ano ao parto sobre a produção e qualidade do leite de vacas da raça Holandesa. A ordem de parto teve efeito significativo sobre a produção de leite e escore de células somáticas (ECS), sem efeito sobre os teores de gordura e proteína. Vacas de 3ª e 4ª lactação foram mais produtivas devido ao completo desenvolvimento da glândula mamária e crescimento corporal. O ECS aumentou com a elevação do número de lactações devido ao contato com agentes patogênicos à medida que os animais têm uma idade mais avançada. Lactações iniciadas na primavera apresentaram a menor produção de leite (Kg/vaca/dia) por causa do estresse calórico que os animais sofreram no pico de lactação, de modo a comprometer a produção de leite dessa lactação. ECS e teores de gordura e proteína não variaram em função da época de parição. Ordem de lactação e estação do ano ao parto causam variação na produção de leite, e é importante o uso de estratégias para minimizar o estresse calórico, principalmente no pico de lactação. Maiores cuidados devem ser tomados com vacas a partir da 4ª lactação, pois apresentam maior ECS e o estresse calórico pode favorecer a ocorrência de mastite.

Rodrigo de Souza; Geraldo Tadeu dos Santos; Altair Antônio Valloto; Alexandre Leseur dos Santos; Eliane Gasparino; Daniele Cristina da Silva; Wallacy Barbacena Rosa dos Santos

2010-01-01

168

MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS DE ALÍVIO DA DOR DURANTE TRABALHO DE PARTO E PARTO  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available RESUMO: Objetivou-se analisar as produções científicas relacionadas aos métodos não farmacológicos de alívio da dor durante trabalho de parto e parto, por meio de uma revisão integrativa da literatura desenvolvida por meio das bases de dados Literatura Latino-Americana em Ciências de Saúde (LILACS) e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Foram incluídos 21 artigos, oriundos de estudos realizados no Brasil, publicados no período de 2003 e 2009. Os estudos abordaram: mobilidade, hidroterapia, crioterapia, estimulação elétrica transcutânea, técnicas de respiração e relaxamento. A região sudeste apresentou maior número de publicações, com maior incidência entre os anos de 2005 a 2007. Quanto à autoria, evidenciou-se maior empreendimento dos enfermeiros sobre os demais profissionais. A evidência da redução do medo e do uso de analgésicos e anestésicos possibilita sacramentar o uso destas terapias. O estudo permitiu a visibilidade às produções científicas sobre esta temática, apontando para a importância da realização de estudos exploratórios.

Eveline Franco da Silva; Marcia Rejane Strapasson; Ana Carla dos Santos Fischer

2011-01-01

169

Association between molecular markers linked to the Leptin gene and weight gain in postpartum beef cows/ Associação entre marcadores moleculares ligados ao gene da Leptina e ganho de peso em vacas de corte no pós-parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Foram investigadas três repetições curtas em tandem (STRs), BMS1074, BM1500 e IDVGA-51 e três polimorfismos de um único nucleotídeo (SNPs) LEPSau3AI (A/B), LEPSau3AI (+/-) e LEPKpn2I, ligados ao gene da leptina, verificando-se associações com o desempenho produtivo em vacas no pós-parto, em dois rebanhos de gado de corte, Aberdeen Angus (AA, n=98) e Charolês (C, n=83). Após a reação em cadeia da polimerase, os STRs foram analisados em géis de poliacrilamida (more) e os SNPs em gel de agarose, após a clivagem com endonucleases. Na raça AA, 79% dos portadores do alelo BMS1074*151 apresentaram ganho médio de peso diário (ADG) menor, quando comparados com a média da população (103g), enquanto 62% dos não-portadores mostraram ADG mais alto (P Abstract in english Three short tandem repeats (STRs), BMS1074, BM1500, IDVGA-51, and three single nucleotide polymorphisms (SNPs), LEPSau3AI (A/B), LEPSau3AI (+/-) and LEPKpn2I linked to the LEP gene were investigated to verify associations with productive performance in postpartum cows of two beef cattle breeds, Aberdeen Angus (AA, n=98) and Charolais (C, n=83). After polymerase chain reaction, STRs were analyzed by vertical electrophoresis and SNPs in agarose gel after endonucleases cleav (more) age. In AA herd 79% of BMS1074*151 carriers had a lower average daily weight gain (ADG) when compared with the population mean daily weight gain (103g), while 62% of BMS1074*151 non-carriers presented a higher ADG (P

Almeida, Sabrina Esteves Matos; Almeida, Erik Amazonas de; Terra, Gustavo; Neves, Jairo Pereira; Gonçalves, Paulo Bayard Dias; Weimer, Tania de Azevedo

2007-02-01

170

Transvaginal sonography of postabortal (Redo) syndrome.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

Acute hematometra, also termed the postabortal syndrome or redo syndrome, is a rare immediate complication of suction curettage characterized by severe lower abdominal cramping in association with an enlarged and markedly tender uterus. We describe the transvaginal sonographic features of this syndrome.

Sherer DM; Salame G; Shah T; Lee YC; Serur E; Economos K; Gorelick C; Abulafia O

2011-03-01

171

Transvaginal sonography of postabortal (Redo) syndrome.  

Science.gov (United States)

Acute hematometra, also termed the postabortal syndrome or redo syndrome, is a rare immediate complication of suction curettage characterized by severe lower abdominal cramping in association with an enlarged and markedly tender uterus. We describe the transvaginal sonographic features of this syndrome. PMID:21337586

Sherer, David M; Salame, Ghadir; Shah, Tana; Lee, Yi-Chun; Serur, Eli; Economos, Katherine; Gorelick, Constantine; Abulafia, Ovadia

2011-02-18

172

Confirmation of Essure placement using transvaginal ultrasound.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

STUDY OBJECTIVE: To evaluate the protocol for confirmation of satisfactory Essure placement using transvaginal ultrasound. DESIGN: Prospective multicenter cohort study (Canadian Task Force classification II-2). SETTING: Outpatient departments of 4 teaching hospitals in the Netherlands. PATIENTS: Eleven hundred forty-five women who underwent hysteroscopic sterilization using the Essure device between March 2005 and December 2007. INTERVENTION: Transvaginal ultrasound examination 12 weeks after uncomplicated successful bilateral placement or as indicated according to the transvaginal ultrasound protocol after 4 weeks, and hysterosalpingography (HSG) at 12 weeks to confirm correct placement of the device after 3 months. MEASUREMENTS AND MAIN RESULTS: The rate of successful placement was 88.4% initially. In 164 women (15%), successful placement was confirmed at HSG according the protocol. In 9 patients (0.84%), incorrect position of the device was observed at HSG. The cumulative pregnancy rate after 18 months was 3.85 per thousand women. CONCLUSION: Transvaginal ultrasound should be the first diagnostic test used to confirm the adequacy of hysteroscopic Essure sterilization because it is minimally invasive, averts ionizing radiation, and does not decrease the effectiveness of the Essure procedure.

Veersema S; Vleugels M; Koks C; Thurkow A; van der Vaart H; Brölmann H

2011-03-01

173

First Croatian transvaginal laparoscopically assisted cholecystectomies.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

BACKGROUND/AIMS: The aim of this study was to determine the feasibility and technical aspects of a new endoluminal surgical procedure: transvaginal laparoscopically assisted endoscopic cholecystectomy. METHODOLOGY: Three female patients underwent transvaginal laparoscopically assisted endoscopic cholecystectomy (aged 40, 61 and 33 years). Pneumoperitoneum was created through a 5mm supraumbilical incision. Through the posterior fornix of the vagina the second 10mm trocar, laparoscope and 5mm laparoscopic grasper were introduced. The gallbladder was dissected using standard 5mm laparoscopic grasper, hook, electrocoagulation and harmonic shears introduced supraumbilically. The dissected gallbladder was removed in a specimen retrieval bag. RESULTS: Transvaginal laparoscopically assisted endoscopic cholecystectomy was feasible in all patients. No intraoperative or postoperative complications were observed and there was no need for extra-umbilical skin incisions. Total operative time ranged between 60 and 75 minutes. Median length of hospital stay was 1 day. CONCLUSIONS: This was the first clinical application of transvaginal laparoscopically assisted cholecystectomy in Croatia. The initial clinical application of this technique in 3 female patients was feasible, effective and safe when performed by experienced laparoscopic surgeons using standard laparoscopic instruments.

Perko Z; Cala Z; Mimica Z; Stipi? R; Bakotin T; Kraljevi? J; Radoni? V; Strini? T; Jakus IA; Simuni? M

2012-03-01

174

Pure Transvaginal Ventral Hernia Repair in Humans.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

Introduction. Transvaginal natural orifice transluminal endoscopic surgery procedures are at the forefront of minimally invasive innovation, remarkable for shorter recovery times and decreased postoperative pain. We aim to demonstrate a novel technique of pure transvaginal laparoscopic ventral hernia repair in a series of patients performed in our institution. Technique Description. The patient was placed in lithotomy position and steep Trendelenburg. A 2-cm transverse colpotomy incision was made and a SILS port was introduced. One 12-mm trocar and two 5-mm trocars were placed through the SILS port and standard straight laparoscopic instruments were used. An appropriately sized round mesh was deployed within a specimen retrieval bag into the peritoneal cavity. Complete anterior circumferential fixation of the mesh was achieved using an AbsorbaTack device. The colpotomy incision was closed. Results. There were a total of 6 pure transvaginal ventral hernia repair procedures performed in our institution between November 2010 and February 2012. The first case was converted to an open procedure after a rectal injury was recognized and repaired. Two patients had transient urinary retention that resolved after 24 hours. One patient had vaginal wound granulation noted at 2 months postoperatively. No long-term complications or recurrences were noted with a median follow-up of 9 months. The mean operative time was 107 minutes. Conclusion. Our initial experience with transvaginal ventral hernia repair in humans suggests that this procedure is feasible, safe, and associated with improved cosmetic results.

Wood SG; Panait L; Duffy AJ; Bell RL; Roberts KE

2013-07-01

175

Influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O sangue do cordão umbilical humano tem sido crescentemente utilizado como fonte de células-tronco. Os modelos experimentais de células-tronco da medula óssea, em cães, têm propiciado informações importantes para transplantes medulares em humanos. Vários trabalhos citam a influência do tipo de parto nas características do sangue do cordão umbilical (SCU) humano. Entretanto, não existem relatos sobre a colheita do sangue do cordão umbilical de cães. O objetivo deste ensaio é avaliar a influência do tipo de parto na hematologia do cordão umbilical de cães. No presente protocolo experimental, foram estudados 54 fetos de cães, ao final da vida intra-uterina, provenientes de parto normal (n=24) e cesariana (n=30). A colheita de sangue do cordão umbilical foi realizada com seringa de cinco mL contendo solução anticoagulante EDTA (1mg/1mL sangue). Em seguida, a contagem global de hemácias, leucócitos, plaquetas, a determinação da concentração de hemoglobina, taxa de hematócrito, os índices eritrocitários foram realizados no contador automático de células. A contagem diferencial de leucócitos foi determinada em esfregaços de SCU corados com May-Grunwald-Giemsa (MGG). Com relação ao eritrograma e ao plaquetograma, não houve diferença significativa entre as amostras obtidas em cesarianas e partos normais. Os valores do leucograma do SCU colhido em partos normais foram superiores àqueles obtidos em cesarianas (P<0,05). Portanto, o tipo de parto influencia os valores hematológicos do cordão umbilical de cães.

Nakage Ana Paula Massae; Santana Aureo Evangelista; Cápua Maria Luisa Buffo de; Godoy Aline Vieira

2005-01-01

176

Parto domiciliar assistido por parteiras em meados do século XX numa ótica cultural/ Home childbirth aided by midwives in the middle of the XX century in a cultural view/ Asistencia de parto en domicilio por parteras empíricas a mediados del siglo XX según la óptica cultural  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Esse estudo tem como propósito investigar e compreender a experiência do processo de nascimento no domicílio assistido por parteiras, em meados do século passado. Investiu-se em um estudo de caráter qualitativo, descritivo e exploratório, tendo como sujeitos seis mulheres na faixa etária de 70 a 90 anos, que tiveram seus filhos nos seus domicílios auxiliados por parteiras. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário aberto, cujas entrevistas foram (more) gravadas, sendo os dados analisados, posteriormente. Percebeu-se que o processo de parturição engloba aspectos além dos fisiológicos, envolvendo os valores culturais da mulher, da família e da comunidade. Abstract in spanish El estudio tiene como propósito investigar y comprender la experiencia del proceso de nacimiento en el domicilio asistido por parteras, a mediados del siglo pasado. Investigación de carácter cualitativo, tipo descriptivo-exploratório, teniendo como sujetos a seis mujeres entre las edades de 70 y 90 años, que tuvieron sus hijos en sus domicilios auxiliadas por parteras. La coleta de datos fue realizada por medio de un cuestionario abierto, cuyas entrevistas fueron gra (more) badas, siendo los datos analisados posteriormente. Se percibió que el proceso de parto incluye otros aspectos además de los fisiológicos, involucrando los valores culturales de la mujer, de la familia y de la comunidad. Abstract in english This study attempted to investigate and to understand the home birth processes attended by midwives, in the middle of last century. In a study of qualitative, descriptive, and exploratory character six women, from 70 to 90 years old, that had their children in their homes helped by midwives were the subjects. The data was obtained through an open questionnaire and the interviews were all recorded, of subsequent data analysis. It was noticed that the childbirth process includes physiologic aspects, the woman's cultural values, family and community values.

Cecagno, Susana; Almeida, Francisca Dias de Oliveira de

2004-09-01

177

Estudo comparativo entre bupivacaína racêmica (S50-R50) a 0,125% e bupivacaína em excesso enantiomérico de 50% (S75-R25) a 0,125% e 0,25% em anestesia peridural para analgesia de parto Estudio comparativo entre bupivacaina racémica (S50-R50) a 0,125% y bupivacaina en exceso enantiomérico de 50% (S75-R25) a 0,125% y 0,25% en anestesia peridural para analgesia de parto A comparative study of 0.125% racemic bupivacaine (S50-R50) and 0.125% and 0.25% 50% enantiomeric excess bupivacaine (S75-R25) in epidural anesthesia for labor analgesia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A peridural contínua é utilizada para alívio da dor do trabalho de parto e associada a baixos índices de complicações. Estudos com enantiômeros levógiros dos anestésicos locais demonstraram maior segurança em função de menor cardiotoxicidade. O objetivo deste estudo foi comparar a analgesia e o bloqueio motor entre a bupivacaína (S50-R50) a 0,125% e a bupivacaína em excesso enantiomérico de 50% (S75-R25) a 0,125% e 0,25% em peridural contínua para analgesia de parto. MÉTODO: Realizou-se ensaio clínico duplamente encoberto, com distribuição aleatória de 75 participantes em trabalho de parto, distribuídas em três grupos: GI - bupivacaína (S50-R50) a 0,125%; GII - bupivacaína (S75-R25) a 0,125%; e GIII - bupivacaína (S75-R25) a 0,25%. A inclusão no estudo foi feita após assinatura do Consentimento Livre e Esclarecido. RESULTADOS: Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas quanto à latência da analgesia, nível sensorial do bloqueio, volume de anestésico local, duração do trabalho de parto e da analgesia, freqüência de parto instrumental, escores de Apgar ou pH do cordão umbilical. O intervalo para a primeira dose resgate foi maior e os escores de dor em 45 min foram menores no grupo bupivacaína (S75-R25) a 0,25%. A intensidade do bloqueio motor foi maior no grupo bupivacaína (S50-R50) a 0,125%. CONCLUSÕES: A bupivacaína (S75-R25) determinou um bloqueio motor menos intenso, mesmo quando utilizada em maior concentração (0,25%), resultando em melhor qualidade de analgesia, sem interferir na evolução do trabalho de parto ou na vitalidade dos recém-nascidos.JUSTIFICATIVA Y OBJETIVOS: La peridural continua se utiliza para el alivio del dolor del trabajo de parto y asociada a bajos índices de complicaciones. Estudios con enantiómeros levógiros de los anestésicos locales demostraron una mayor seguridad en función de una menor cardiotoxicidad. El objetivo de este estudio fue comparar la analgesia y el bloqueo motor entre la Bupivacaina (S50-R50) a 0,125% y la Bupivacaina en exceso enantiomérico de 50% (S75-R25) a 0,125% e 0,25% en peridural continua para analgesia de parto. MÉTODO: Se realizó un ensayo clínico doblemente encubierto, con distribución aleatoria de 75 participantes en trabajo de parto, distribuidas en tres grupos: GI - Bupivacaina (S50-R50) a 0,125%, GII - Bupivacaina (S75-R25) a 0,125% y GIII - Bupivacaina (S75-R25) a 0,25%. La inclusión en el estudio fue hecha después de la firma del Consentimiento Libre y Aclarado. RESULTADOS: No se encontraron diferencias estadísticas significativas en cuanto a la latencia de la analgesia, nivel sensorial del bloqueo, volumen de anestésico local, duración del trabajo de parto y de la analgesia, frecuencia de parto instrumental, puntuaciones de Apgar o pH del cordón umbilical. El intervalo para la primera dosis rescate fue mayor y los puntajes de dolor en 45 minutos fueron menores en el grupo Bupivacaina (S75-R25) a 0,25%. La intensidad del bloqueo motor fue mayor en el grupo Bupivacaina (S50-R50) a 0,125%. CONCLUSIONES: La Bupivacaina (S75-R25) determinó un bloqueo motor menos intenso, incluso cuando se utilizó en mayor concentración (0,25%), resultando en una mejor calidad de analgesia, sin interferir en la evolución del trabajo de parto o en la vitalidad de los recién nacidos.BACKGROUND AND OBJECTIVES: Continuous epidural block is used for relief of labor pain and it is associated with a low incidence of complications. Studies with the levorotatory isomer of local anesthetics demonstrated that they are safer regarding the cardiotoxicity. The objective of this study was to compare analgesia and motor blockade of 0.125% bupivacaine (S50-R50) and 0.125% and 0.25% 50% enantiomeric excess bupivacaine (S75-R25) in continuous epidural block for labor analgesia. METHODS: Seventy-five patients in labor participated in this randomized, double-blind study after signing an informed consent. Patients were divided in three groups: GI - 0.125% bupivacaine (S50-R5

Nádia Maria da Conceição Duarte; Ana Maria Menezes Caetano; Luciana Cavalcanti Lima; Aumério Silva das Chagas

2008-01-01

178

Efeito da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e a mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa/ Effects of body condition at calving on milk yield and composition, lactation curve and body reserve mobilization of Holstein cows  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Avaliaram-se os efeitos do escore da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e o padrão de mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa. Foram utilizadas 51 vacas, sendo 13 primíparas e 38 multíparas, distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, segundo a ordem de partos - primíparas e multíparas - e a classe de escore da condição corporal ao parto (ECCP) - classe 1 ECCP igual ou supe (more) rior a 3,25, e classe 2 ECCP igual ou inferior a 3,0. Para avaliar o padrão de mobilização de reservas corporais, foram formados grupos de vacas em função do ECCP e do nível de produção de leite. Nas primíparas, não foram observados efeitos da ECCP sobre a produção e a composição do leite e sobre a curva da lactação, exceto para porcentagem de gordura. Nas multíparas, as vacas da classe 1 produziram mais leite e mais componentes do leite, e a curva da lactação mostrou pico de produção mais alto. As vacas de maior ECCP e maior produção de leite apresentaram padrão de mobilização de reservas corporais mais acentuado no início da lactação e maior peso corporal no pré-parto e ao parto. O peso corporal e a mudança de peso corporal ao parto e no início da lactação não foram influenciados pelo escore de condição corporal ao parto e pela produção de leite. Abstract in english The effects of body condition at calving on milk yield, milk composition, lactation curve and body tissue mobilization patterns were evaluated in Holstein cows. Thirteen primiparous and 38 multiparous cows were assigned body condition scores at calving (BCC). Those with BCC equal to or greater than 3.25 were assigned to class 1; while those with BCC less than 3.25 constituted class 2. These BCC classes did not affect milk yield, milk composition (except for fat percentage (more) ) or lactation curve significantly in primiparous cows. In multiparous cows, however, class 1 individuals had higher total milk yield, higher peak milk yield, higher milk composition percentages and more effective mobilization of body tissue reserves than cows in class 2. Among those cows that had higher BCC, those with more effective mobilization of body tissue reserves at the beginning of lactation had higher milk yields. Cows with higher BCC were heavier at prepartum and at calving in comparison to cows with lower BCC. However, body weight at calving and change in body weight early in lactation were not related to body composition at calving and subsequent milk yield.

Rennó, F.P.; Pereira, J.C.; Santos, A.D.F.; Alves, N.G.; Torres, C.A.A.; Rennó, L.N.; Balbinot, P.Z.

2006-04-01

179

Efeito da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e a mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa Effects of body condition at calving on milk yield and composition, lactation curve and body reserve mobilization of Holstein cows  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Avaliaram-se os efeitos do escore da condição corporal ao parto sobre a produção e composição do leite, a curva de lactação e o padrão de mobilização de reservas corporais em vacas da raça Holandesa. Foram utilizadas 51 vacas, sendo 13 primíparas e 38 multíparas, distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, segundo a ordem de partos - primíparas e multíparas - e a classe de escore da condição corporal ao parto (ECCP) - classe 1 ECCP igual ou superior a 3,25, e classe 2 ECCP igual ou inferior a 3,0. Para avaliar o padrão de mobilização de reservas corporais, foram formados grupos de vacas em função do ECCP e do nível de produção de leite. Nas primíparas, não foram observados efeitos da ECCP sobre a produção e a composição do leite e sobre a curva da lactação, exceto para porcentagem de gordura. Nas multíparas, as vacas da classe 1 produziram mais leite e mais componentes do leite, e a curva da lactação mostrou pico de produção mais alto. As vacas de maior ECCP e maior produção de leite apresentaram padrão de mobilização de reservas corporais mais acentuado no início da lactação e maior peso corporal no pré-parto e ao parto. O peso corporal e a mudança de peso corporal ao parto e no início da lactação não foram influenciados pelo escore de condição corporal ao parto e pela produção de leite.The effects of body condition at calving on milk yield, milk composition, lactation curve and body tissue mobilization patterns were evaluated in Holstein cows. Thirteen primiparous and 38 multiparous cows were assigned body condition scores at calving (BCC). Those with BCC equal to or greater than 3.25 were assigned to class 1; while those with BCC less than 3.25 constituted class 2. These BCC classes did not affect milk yield, milk composition (except for fat percentage) or lactation curve significantly in primiparous cows. In multiparous cows, however, class 1 individuals had higher total milk yield, higher peak milk yield, higher milk composition percentages and more effective mobilization of body tissue reserves than cows in class 2. Among those cows that had higher BCC, those with more effective mobilization of body tissue reserves at the beginning of lactation had higher milk yields. Cows with higher BCC were heavier at prepartum and at calving in comparison to cows with lower BCC. However, body weight at calving and change in body weight early in lactation were not related to body composition at calving and subsequent milk yield.

F.P. Rennó; J.C. Pereira; A.D.F. Santos; N.G. Alves; C.A.A. Torres; L.N. Rennó; P.Z. Balbinot

2006-01-01

180

Costo económico por quistes foliculares en vacas lecheras posparto Custo econômico por cistos foliculares em vacas leiteiras pós-parto Economic cost of follicular cysts in postpartum dairy cows  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Considerando que los quistes foliculares son una patología reproductiva común en las vacas lecheras, y debido a que los costos asociados a tratamientos y bajas de producción suelen causar pérdidas económicas considerables, la prevención y el diagnóstico de éstos cobra un papel importante en la competitividad del productor. Objetivo: evaluar el efecto de los quistes foliculares en vacas posparto sobre el costo económico de la producción de leche. Métodos: el estudio incluyó 950 vacas de cinco hatos ubicados en el municipio de San Pedro de los Milagros, altiplano norte del departamento de Antioquia. A las vacas diagnosticadas con quistes, se les aplicó de una a tres dosis de GnRH y PGF2 según su respuesta al tratamiento luteinizante. Se realizó un análisis de sensibilidad para evaluar el costo de producción del litro de leche bajo los posibles escenarios de intervalo entre partos (IEP), calculado en función de la respuesta al tratamiento. Resultado y conclusión: el costo unitario de producción de leche ascendió en promedio a 496 COP/litro para vacas que no presentan quistes, valor que se incrementó en 3.5, 13.3 y 33.8%, ya que se hizo necesario aplicar de una a tres repeticiones del tratamiento respectivamente, por la no resolución del quiste; este aumento en los costos demuestran la importancia de un diagnóstico y tratamiento oportuno.Considerando que os cistos foliculares são uma patologia reprodutiva comum na pecuária leiteira, e que os custos associados ao tratamento da doença e a diminuição da produção causam consideráveis perdas econômicas; a prevenção e o diagnóstico desta patologia têm um papel fundamental na competitividade do produtor. Objetivo: avaliar o efeito de cistos foliculares em vacas pós-parto sobre o custo econômico da produção leiteira. Métodos: 950 vacas foram estudadas em cinco rebanhos no município de San Pedro de los Milagros, planalto norte do departamento de Antioquia-Colômbia. Nas vacas que tinham cistos administrou-se de uma a três doses de GnRH e PGF2 segundo sua resposta ao tratamento luteinizante. Realizou-se uma análise de sensibilidade para avaliar o custo de produção do litro de leite, sob os possíveis cenários de intervalo entre partos (IEP), calculado em função da resposta ao tratamento. Resultados e conclusões: O custo unitário da produção de leite atingiu, em média, $496 COP (peso colombiano) por litro para as vacas que não têm cistos; o valor aumentou 3.5, 13.3 e 33.8%, quando se tornou necessário aplicar uma, duas ou três doses de GnRH e PGF2 . Estes aumentos nos custos demonstram a importância de um diagnostico e tratamento oportuno.Follicular cysts represent a common reproductive pathology in dairy cows. Prevention and early detection are crucial to prevent economic loses from medical treatments and decreased milk production. Objective: to evaluate the economic loses attributed to follicular cysts on post-partum dairy cows. Methods: Medical treatments and milk production records were retrieved from a total of 950 cows at five different herds in the high plains of Antioquia. Usual treatment consisted of 1-3 doses of GnRH and PGF2 . A sensitivity analysis was conducted to assess the cost per liter of milk produced depending on the response to treatment. Results and conclusion: The mean cost of milk production was 496 Colombian pesos/liter for cows free of cysts. This value increased 3.5, 13.3 and 33.8% for cystic cows that received one, two, or three hormonal treatments, respectively. Consequently, any measures aimed at reducing the incidence and rapid resolution of follicular cyst will result in substantial financial gains to the producer.

Dursun Barrios Hernández; Leonardo Duque Muñoz

2012-01-01

 
 
 
 
181

Economic cost of follicular cysts in postpartum dairy cows/ Costo económico por quistes foliculares en vacas lecheras posparto/ Custo econômico por cistos foliculares em vacas leiteiras pós-parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Considerando que os cistos foliculares são uma patologia reprodutiva comum na pecuária leiteira, e que os custos associados ao tratamento da doença e a diminuição da produção causam consideráveis perdas econômicas; a prevenção e o diagnóstico desta patologia têm um papel fundamental na competitividade do produtor. Objetivo: avaliar o efeito de cistos foliculares em vacas pós-parto sobre o custo econômico da produção leiteira. Métodos: 950 vacas foram est (more) udadas em cinco rebanhos no município de San Pedro de los Milagros, planalto norte do departamento de Antioquia-Colômbia. Nas vacas que tinham cistos administrou-se de uma a três doses de GnRH e PGF2 segundo sua resposta ao tratamento luteinizante. Realizou-se uma análise de sensibilidade para avaliar o custo de produção do litro de leite, sob os possíveis cenários de intervalo entre partos (IEP), calculado em função da resposta ao tratamento. Resultados e conclusões: O custo unitário da produção de leite atingiu, em média, $496 COP (peso colombiano) por litro para as vacas que não têm cistos; o valor aumentou 3.5, 13.3 e 33.8%, quando se tornou necessário aplicar uma, duas ou três doses de GnRH e PGF2 . Estes aumentos nos custos demonstram a importância de um diagnostico e tratamento oportuno. Abstract in spanish Considerando que los quistes foliculares son una patología reproductiva común en las vacas lecheras, y debido a que los costos asociados a tratamientos y bajas de producción suelen causar pérdidas económicas considerables, la prevención y el diagnóstico de éstos cobra un papel importante en la competitividad del productor. Objetivo: evaluar el efecto de los quistes foliculares en vacas posparto sobre el costo económico de la producción de leche. Métodos: el est (more) udio incluyó 950 vacas de cinco hatos ubicados en el municipio de San Pedro de los Milagros, altiplano norte del departamento de Antioquia. A las vacas diagnosticadas con quistes, se les aplicó de una a tres dosis de GnRH y PGF2 según su respuesta al tratamiento luteinizante. Se realizó un análisis de sensibilidad para evaluar el costo de producción del litro de leche bajo los posibles escenarios de intervalo entre partos (IEP), calculado en función de la respuesta al tratamiento. Resultado y conclusión: el costo unitario de producción de leche ascendió en promedio a 496 COP/litro para vacas que no presentan quistes, valor que se incrementó en 3.5, 13.3 y 33.8%, ya que se hizo necesario aplicar de una a tres repeticiones del tratamiento respectivamente, por la no resolución del quiste; este aumento en los costos demuestran la importancia de un diagnóstico y tratamiento oportuno. Abstract in english Follicular cysts represent a common reproductive pathology in dairy cows. Prevention and early detection are crucial to prevent economic loses from medical treatments and decreased milk production. Objective: to evaluate the economic loses attributed to follicular cysts on post-partum dairy cows. Methods: Medical treatments and milk production records were retrieved from a total of 950 cows at five different herds in the high plains of Antioquia. Usual treatment consisted (more) of 1-3 doses of GnRH and PGF2 . A sensitivity analysis was conducted to assess the cost per liter of milk produced depending on the response to treatment. Results and conclusion: The mean cost of milk production was 496 Colombian pesos/liter for cows free of cysts. This value increased 3.5, 13.3 and 33.8% for cystic cows that received one, two, or three hormonal treatments, respectively. Consequently, any measures aimed at reducing the incidence and rapid resolution of follicular cyst will result in substantial financial gains to the producer.

Barrios Hernández, Dursun; Duque Muñoz, Leonardo

2012-06-01

182

Preferência pela via de parto nas parturientes atendidas em hospital público na cidade de Porto Velho, Rondônia Delivery preferences among women giving birth at a public hospital in the city of Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available As parturientes que procuram o Centro Obstétrico do Hospital de Base de Porto Velho, Rondônia, para terem seus filhos são mulheres provenientes das camadas sociais desfavorecidas, ao contrário das mulheres com níveis de renda diferenciados que procuram os médicos em seus consultórios particulares e parem seus filhos por meio de cesarianas com dia e hora previamente marcados. O artigo aborda a questão do aumento da crescente incidência de cesarianas verificado em vários países latinos e também no mundo desenvolvido onde tem motivado necessárias e inadiáveis discussões no campo da Bioética e procura conhecer a opinião das parturientes quanto à via de parto que foram atendidas no Centro Obstétrico do Hospital de Base nos anos de 2006 e 2007.Women who come to give birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia are from underprivileged social groups. Wealthier women attend private clinics and give birth by way of caesarian section at a pre-scheduled date and time. This article addresses the question of the increase in the incidence of caesarian birth in Latin countries and also in the developed world, where this has provoked necessary and urgent bioethical discussion. It also investigates the opinions of women giving birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in 2006 and 2007.

José Ferrari

2010-01-01

183

Preferência pela via de parto nas parturientes atendidas em hospital público na cidade de Porto Velho, Rondônia/ Delivery preferences among women giving birth at a public hospital in the city of Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese As parturientes que procuram o Centro Obstétrico do Hospital de Base de Porto Velho, Rondônia, para terem seus filhos são mulheres provenientes das camadas sociais desfavorecidas, ao contrário das mulheres com níveis de renda diferenciados que procuram os médicos em seus consultórios particulares e parem seus filhos por meio de cesarianas com dia e hora previamente marcados. O artigo aborda a questão do aumento da crescente incidência de cesarianas verificado em (more) vários países latinos e também no mundo desenvolvido onde tem motivado necessárias e inadiáveis discussões no campo da Bioética e procura conhecer a opinião das parturientes quanto à via de parto que foram atendidas no Centro Obstétrico do Hospital de Base nos anos de 2006 e 2007. Abstract in english Women who come to give birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in Porto Velho, in the Brazilian State of Rondônia are from underprivileged social groups. Wealthier women attend private clinics and give birth by way of caesarian section at a pre-scheduled date and time. This article addresses the question of the increase in the incidence of caesarian birth in Latin countries and also in the developed world, where this has provoked necessary and urgent bioet (more) hical discussion. It also investigates the opinions of women giving birth at the Obstetrics Center of the Hospital de Base in 2006 and 2007.

Ferrari, José

2010-12-01

184

LONGITUD CERVICAL Y FIBRONECTINA EN EL SÍNTOMA DE PARTO PREMATURO  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in spanish Antecedentes: En Chile el parto prematuro es la principal causa de morbilidad y mortalidad perinatal. Objetivo: Evaluar la utilidad clínica de la longitud cervical y la detección de fibronectina, en la predicción de parto prematuro. Método: Estudio observacional prospectivo, de corte transversal en 86 pacientes que consultaron por síntomas de parto prematuro (SPP), con membranas indemnes y edad gestacional entre las 22 y 34 semanas. El grupo estudio formado por gesta (more) ntes con parto prematuro dentro de los 7 días. Al ingreso se tomó muestra cervical para fibronectina y se midió longitud cervical mediante ultrasonografía transvaginal. Resultados: De las 86 gestantes estudiadas, en 13 (15%) se produjo el parto dentro de los 7 días. La curva ROC mostró un área bajo la curva para longitud cervical de 0,475 y sensibilidad 31% (4/13), especificidad 96% (70/73), valor predictivo positivo 57% (4/7) y valor predictivo negativo 89% (70/79), riesgo relativo positivo 5,0 y riesgo relativo negativo 0,47 (p=0,014). El área bajo la curva para fibronectina fue 0,92 con una sensibilidad 77% (10/13), especificidad 90% (66/73), valor predictivo positivo (10/17) 59% y valor predictivo negativo 96% (66/69), riesgo relativo positivo 13,48 y riesgo relativo negativo 0,43 (p Abstract in english Background: In Chile the preterm labor is the main cause of perinatal morbidity and mortality. Objective: To evalúate the clinical utility of the cervical length and fibronectin determination in predicting preterm delivery. Method: A prospective observational and transactional study was made, in 86 patients with preterm labor symptoms and gestational age between 22 and 34 weeks. The study group included patients with labor and delivery within a week of admission. From ea (more) ch patient a cervico-vaginal specimen was obtained to measure fibronectin and transvaginal ultrasonographic evaluation of the uterine cervix. Results: From 86 patients admitted to the study, thirteen had preterm labor (15%). The ROC curve showed an área under curve for cervical length of 0.475 and sensitivity 31 % (4/13), specificity 96% (70/73), positive predictive valué 57%(4/13), negative predictive valué 88% (70/79), positive relative risk was 5.0, and the negative relative risk 0.47 (p=0.014); for fibronectin was 0.92 and sensitivity 77% (10/13), specificity 90% (66/73), positive predictive valué 59% (10/17), negative predictive valué 96% (66/69), positive relative riskof 13.48, negative relative risk 0.43 (p=0.014). Conclusión: In patients with premature labor symptoms, the cervical lengths none shortened and negative fibronectin result were associated with a low risk of having a preterm labor. Positive fibronectin was a better predictor of premature birth in a week of admission and the cervical length was the best in ruling out the occurrence of a premature birth

Treuer P, Carlos; Quiroz G, Víctor; Cabrera D, Jorge; Soto L, Carmen; Araneda C, Heriberto

2008-01-01

185

LONGITUD CERVICAL Y FIBRONECTINA EN EL SÍNTOMA DE PARTO PREMATURO  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Antecedentes: En Chile el parto prematuro es la principal causa de morbilidad y mortalidad perinatal. Objetivo: Evaluar la utilidad clínica de la longitud cervical y la detección de fibronectina, en la predicción de parto prematuro. Método: Estudio observacional prospectivo, de corte transversal en 86 pacientes que consultaron por síntomas de parto prematuro (SPP), con membranas indemnes y edad gestacional entre las 22 y 34 semanas. El grupo estudio formado por gestantes con parto prematuro dentro de los 7 días. Al ingreso se tomó muestra cervical para fibronectina y se midió longitud cervical mediante ultrasonografía transvaginal. Resultados: De las 86 gestantes estudiadas, en 13 (15%) se produjo el parto dentro de los 7 días. La curva ROC mostró un área bajo la curva para longitud cervical de 0,475 y sensibilidad 31% (4/13), especificidad 96% (70/73), valor predictivo positivo 57% (4/7) y valor predictivo negativo 89% (70/79), riesgo relativo positivo 5,0 y riesgo relativo negativo 0,47 (p=0,014). El área bajo la curva para fibronectina fue 0,92 con una sensibilidad 77% (10/13), especificidad 90% (66/73), valor predictivo positivo (10/17) 59% y valor predictivo negativo 96% (66/69), riesgo relativo positivo 13,48 y riesgo relativo negativo 0,43 (pBackground: In Chile the preterm labor is the main cause of perinatal morbidity and mortality. Objective: To evalúate the clinical utility of the cervical length and fibronectin determination in predicting preterm delivery. Method: A prospective observational and transactional study was made, in 86 patients with preterm labor symptoms and gestational age between 22 and 34 weeks. The study group included patients with labor and delivery within a week of admission. From each patient a cervico-vaginal specimen was obtained to measure fibronectin and transvaginal ultrasonographic evaluation of the uterine cervix. Results: From 86 patients admitted to the study, thirteen had preterm labor (15%). The ROC curve showed an área under curve for cervical length of 0.475 and sensitivity 31 % (4/13), specificity 96% (70/73), positive predictive valué 57%(4/13), negative predictive valué 88% (70/79), positive relative risk was 5.0, and the negative relative risk 0.47 (p=0.014); for fibronectin was 0.92 and sensitivity 77% (10/13), specificity 90% (66/73), positive predictive valué 59% (10/17), negative predictive valué 96% (66/69), positive relative riskof 13.48, negative relative risk 0.43 (p=0.014). Conclusión: In patients with premature labor symptoms, the cervical lengths none shortened and negative fibronectin result were associated with a low risk of having a preterm labor. Positive fibronectin was a better predictor of premature birth in a week of admission and the cervical length was the best in ruling out the occurrence of a premature birth

Carlos Treuer P; Víctor Quiroz G; Jorge Cabrera D; Carmen Soto L; Heriberto Araneda C

2008-01-01

186

Predicción de trabajo de parto pretérmino espontáneo Prediction of spontaneous preterm delivery  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Existe la necesidad de encontrar medidas eficaces para la detección e intervención del trabajo de parto pretérmino, con el fin de disminuir la morbilidad neonatal y los altos costos derivados de la atención del recién nacido prematuro. Frente a esta necesidad, y ante el advenimiento de la ultrasonografía cérvicouterina, se requiere revisar algunos conceptos como: factores de riesgo, la valoración del cérvix durante el embarazo, la medición de la longitud cervical por ultrasonido transvaginal, la variación del cérvix con la edad gestacional, el valor de la fibronectina y de otras prueban que puedan servir como coadyuvantes en la detección el parto pretérmino.Prediction of preterm delivery. There is a huge need to find effective measurements for the detection and intervention of preterm labor in order to decrease the new born morbidity and high costs derived from the attention of preterm new born. Regarding this need and with the presence of cervical-uterine ultrasonography, it is necessary to review some concepts, such as: risks factors, the variation of cervix during pregnancy, the measurement of cervical length by transvaginal ultrasound, the variation of cervix through the gestation, the value of fibronectin and other tests that may help in the detection of preterm labor.

Adriana María Cuartas Calle

2002-01-01

187

Trajetória das mulheres na definição pelo parto cesáreo: estudo de caso em duas unidades do sistema de saúde suplementar do estado do Rio de Janeiro/ The decision of women for cesarean birth: a case study in two units of the supplementary health care system of the State of Rio de Janeiro  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese No Brasil, as taxas de cesariana são bastante elevadas, principalmente nos serviços privados, estando provavelmente associadas a fatores socioeconômicos e culturais. O objetivo deste estudo foi descrever as características socioeconômicas, demográficas, culturais e reprodutivas de puérperas e os determinantes da decisão por parto cesáreo em duas unidades do sistema de saúde suplementar do Estado do Rio de Janeiro. A população foi composta por 437 puérperas qu (more) e tiverem partos vaginais ou cesarianos nas duas unidades selecionadas. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com as mães e consulta aos prontuários. Através de regressão logística não condicional, avaliaram-se os fatores associados à decisão por cesariana como via de parto, seguindo os modelos hierárquicos estabelecidos em três momentos definidos: no início, ao longo da gestação e no momento do parto. Observou-se que, embora 70% das entrevistadas não relatassem preferência inicial pela cesariana, 90% apresentaram esse tipo de parto. Verificou-se que, independente do desejo inicial da gestante, a interação com o serviço de saúde resultou na cesariana como via final de parto. Trabalhos educativos direcionados às gestantes e à população geral e mudanças no modelo de assistência ao parto podem ser estratégias promissoras para a reversão desse quadro. Abstract in english Cesarean section rates are very high in Brazil mainly in private hospitals, probably due to socioeconomic and cultural factors. The objective of this study was to describe socioeconomic, demographic, cultural and reproductive characteristics of women in the postpartum period and the factors that had determined their decision for caesarean section in two units of the supplementary health care system of the State of Rio de Janeiro. The study population was composed of 437 w (more) omen that had vaginal or caesarean childbirths in the two selected units. Data were collected by means of interviews with mothers and consultation of hospital records. The factors associated with the decision for cesarean section as mode of delivery were evaluated using non-conditional logistic regression analysis and following the hierarchic models established at three definite moments. Although 70% of the women had no initial preference for cesarean section, 90% of them had this mode of birth. It was verified that, despite their initial desire, the interaction with the health services resulted in cesarean section as mode of birth. Educative actions directed to pregnant women and to the public at large as well as changes in the childbirth care model can be promising strategies for reverting this picture.

Dias, Marcos Augusto Bastos; Domingues, Rosa Maria Soares Madeira; Pereira, Ana Paula Esteves; Fonseca, Sandra Costa; Gama, Silvana Granado Nogueira da; Theme Filha, Mariza Miranda; Bittencourt, Sonia Duarte Azevedo; Rocha, Penha Maria Mendes da; Schilithz, Arthur Orlando Correa; Leal, Maria do Carmo

2008-10-01

188

Práticas obstétricas e resultados maternos e neonatais: análise fatorial de correspondência múltipla em dois centros de parto normal/ Obstetric practices and maternal and neonatal outcomes: analysis of multiple correspondence factors in normal birth centers/ Prácticas obstétricas y resultados maternos y neonatales: análisis de factores de correspondencia múltiple en centros de parto normal  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Descrever as práticas obstétricas e os resultados maternos e neonatais de dois Centros de Parto Normal do Município de São Paulo, comparandose as unidades intra e extra-hospitalares. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal e retrospectivo com dados secundários provenientes de 192 prontuários das instituições envolvidas. As variáveis de estudo foram as práticas selecionadas para o parto normal: a utilização de ocitocina, o tipo de rompimento das m (more) embranas amnióticas, a realização de episiotomia ou perineotomia e o tempo de permanência materna e neonatal. Foi elaborado um instrumento informatizado para coleta de dados com base nas variáveis de estudo. Os dados foram tratados através de análise estatística multivariada. RESULTADOS: O centro de parto normal intra-hospitalar utilizou com maior frequência às intervenções relacionadas à utilização de ocitocina, rompimento artificial de membranas amnióticas e tempo de permanência materna e neonatal superior às 48h, após o parto. O centro de parto normal extra-hospitalar apresentou maior frequência de parturientes com períneo íntegro após o parto, rompimento de membranas de maneira espontânea e tempo de permanência materna e neonatal inferior a 48 horas pós-parto. Os resultados maternos e neonatais não evidenciaram complicações relacionadas às práticas utilizadas. CONCLUSÃO: As práticas obstétricas pouco diferiram, comparando-se os dois tipos de Centros de Parto Normal; ambos seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde e aplicam as intervenções somente nos casos indicados. Abstract in spanish OBJETIVO: Describir las prácticas obstétricas y maternales y los resultados neonatales de dos centros de parto normal en el Municipio de Sao Paulo, comparando las unidades intra y extra hospitalarias. MÉTODOS: Estudio observacional, transversal y retrospectivo, con datos secundarios obtenidos de 192 registros de las instituciones estudiadas. Las variables de estudio fueron las prácticas seleccionadas para el parto normal: la utilización de oxitocina, el tipo de rompi (more) miento de las membranas amnióticas, la realización de episiotomía o perineotomia y, el tiempo de permanencia materna y neonatal. Fue elaborado un instrumento informatizado para recolectar los datos con base en las variables de estudio. Los datos fueron tratados a través del análisis estadístico multivariado. RESULTADOS: El centro de parto normal intra hospitalario utilizó con mayor frecuencia las intervenciones relacionadas a la utilización de oxitocina, rompimiento artificial de membranas amnióticas y tiempo de permanencia materna y neonatal superior a 48h, después del parto. El centro de parto normal extra hospitalario presentó mayor frecuencia de parturientas con perineo íntegro posparto, ruptura de membranas de manera espontánea y tiempo de permanencia materna y neonatal inferior a 48 horas posparto. Los resultados maternos y neonatales no evidenciaron complicaciones relacionadas a las prácticas utilizadas. CONCLUSIÓN: Las prácticas obstétricas poco difirieron al compararse los dos tipos de Centros de Parto Normal; ambos siguen las recomendaciones de la Organización Mundial de la Salud y aplican las intervenciones solamente en los casos indicados. Abstract in english OBJECTIVE: To describe the obstetric practices and maternal and neonatal outcomes of two normal birth centers in the Municipality of Sao Paulo, comparing the intra and extra hospital units. METHODS: Observational, cross-sectional and retrospective study, with secondary data obtained from 192 records of the institutions involved. The study variables were the practices selected for normal birth: the use of oxytocin, the type of breaking the amniotic membranes, the performan (more) ce of episiotomy or perineotomy and, the time of maternal and neonatal stay. It was developed a computerized tool for data collection, based on the study's variables. The data were processed by multivariate statistical analysis. R

Cruz, Andrea Porto da; Barros, Sonia Maria Oliveira de

2010-06-01

189

Dinâmica do peso e da condição corporal e eficiência reprodutiva de ovelhas da raça Santa Inês e mestiças Santa Inês-Suffolk submetidas a dois sistemas de alimentação em intervalos entre partos de 8 meses  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O trabalho teve como objetivo comparar a eficiência produtiva e reprodutiva de ovelhas em dois sistemas de alimentação. Noventa e oito matrizes da raça Santa Inês e trinta e nove mestiças Suffolk (3/4 Suffolk + 1/4 Santa Inês) foram divididas em dois tratamentos: tratamento 1 (T1) - mantidas em pastagem, com suplementação de silagem de capim elefante na seca invernal, e tratamento 2 (T2) -mantidas em pastagem, com suplementação de silagem de capim elefante na seca invernal e de concentrado três semanas antes e durante a estação de monta, três semanas antes do parto e durante a lactação. Verificou-se diferença (P<0,05) entre peso inicial (PI) (52,5kg e 54,33kg), e peso final (PF) (53,38kg e 55,76kg) para T1 e T2, respectivamente. Houve efeito de genótipo (P<0,05), sendo PI 51,46 kg para a raça Santa Inês (SI) e 55,38kg para as mestiças Santa Inês-Suffolk (SF). Para PF, observou-se 52,36kg para a Santa Inês e 56,78kg na mestiça Santa Inês-Suffolk. O peso pré-parto (PPP) diferiu (P<0,05) apenas entre as estações, tendo sido de 65,23kg na estação reprodutiva I (2 a 4/2002), 58,15kg na estação reprodutiva II (10 a 12/2002) e 59,73kg na estação reprodutiva III (6 a 8/2003). No peso pós-parto (PPART), também ocorreram diferenças (P<0,05) entre a raça Santa Inês (53,59kg) e a mestiça Santa Inês-Suffolk (57,05kg); no peso aos 30 dias de lactação (P30d) a Santa Inês registrou 52,94kg e a mestiça Santa Inês-Suffolk 55,45kg. O peso aos 70 dias (P70d) de lactação foi para a Santa Inês de 50,83kg e de 53,22 kg para a mestiça Santa Inês-Suffolk; e o peso aos 100dias (P100d) de lactação foi de 51,55kg e de 53,61kg para a Santa Inês e para a mestiça Santa Inês-Suffolk, respectivamente. A condição corporal inicial (CCI) foi maior (P<0,05) para o T2 2,47 do que para o T1 2,16. Na condição corporal final (CCF), 2,19 e 2,6, respectivamente para T1 e T2, mas os tratamentos não diferiram na condição corporal pré-parto (CCPP). A CCI 2,4 para a mestiça Santa Inês-Suffolk foi (P<0,05) em relação a Santa Inês 2,22. A CCF da mestiça Santa Inês-Suffolk de 2,49 também foi maior (P<0,05) que da Santa Inês que obteve 2,3, mas não diferiram na CCPP. Em relação as três estações reprodutivas, apenas na estação I a CCI 2,55, CCF 2,8 e a CCPP 3,03 foram maiores (P<0,05). Já as estações reprodutivas II= 2,47 e III= 2,1 diferiram somente na CCPP que foi menor na estação III. Na estação I e T1 ambos os genótipos obtiveram 72,5% de fertilidade e o T2 apresentou para as mestiças Santa Inês-Suffolk 77% e para a Santa Inês 88%. Na estação II o T1 obteve para as mestiças Santa Inês-Suffolk 42% e para as Santa Inês 38% e o T2 resultou em 56 e 50% para as mestiças Santa Inês-Suffolk e Santa Inês respectivamente. Na estação III a fertilidade do T1 foi para as mestiças 60% e para as Santa Inês 54% e o T2 87% e 76% para as mestiças e Santa Inês respectivamente. Encontrou-se diferença na prolificidade, entre os tratamentos, sendo na estação I a prolificidade foi de 1,20 e 1,55, na estação II foi 0,90 e 1,03 e na estação III obteve-se 1,11 e 1,14, respectivamente para o T1 e T2. Concluiu-se que a suplementação melhorou o desempenho reprodutivo das ovelhas.

Boucinhas Claudia da Costa; Siqueira Edson Ramos de; Maestá Sirlei Aparecida

2006-01-01

190

Colonização materna e neonatal por estreptococo do grupo B em situações de ruptura pré-termo de membranas e no trabalho de parto prematuro/ Group B streptococcus maternal and neonatal colonization in preterm rupture of membranes and preterm labor  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: identificar a prevalência e os fatores de risco de colonização materna por estreptococo do grupo B (EGB) em gestantes com trabalho de parto prematuro (TPP) e/ou ruptura prematura pré-termo de membranas (RPM). MÉTODOS: foram colhidos dois swabs anais e dois swabs vaginais de 203 gestantes com diagnóstico de TPP ou RPM entre 22 e 36 semanas completas de gestação atendidas no serviço em um período de um ano. Foram excluídas as gestantes que deram entrada (more) com parto iminente. Um swab de cada local foi colocado em meio de transporte, sendo posteriormente enviados para cultura em placas de ágar-sangue, os outros dois foram incubados por 24 horas em meio de Todd-Hewitt para posterior semeadura em placas de ágar-sangue. Foram analisados fatores de risco com o uso do teste do qui-quadrado, t de Student (p ajustado a 0,05 e intervalo de confiança 95%) e de regressão logística. Foram analisadas as seguintes variáveis: idade, raça, paridade e escolaridade maternas; resultados das culturas por local de coleta e tipo de cultura; diagnóstico de admissão; idade gestacional de admissão; bacteriúria assintomática; idade gestacional no parto; tipo de parto; taxa de colonização neonatal por EGB e resultado neonatal imediato. RESULTADOS: a prevalência de colonização materna por EGB foi de 27,6% (56 gestantes). As taxas de colonização segundo as complicações da gestação foram 30% para RPM, 25,2% para TPP e 17,8% para TPP + RPM. As variáveis "raça branca", "baixo nível de escolaridade" e "bacteriúria" foram associadas a maiores taxas de colonização na análise univariada. A presença de infecção urinária foi a única variável significativamente associada à colonização materna na análise multivariada. A taxa de detecção do estreptococo do grupo B foi significativamente maior com o uso do meio seletivo e com a associação de coleta de culturas anais e vaginais. A taxa de colonização neonatal foi de 3,1%. Ocorreram dois casos de sepse precoce por EGB nesta amostra, com prevalência de 10,8 casos por mil nascidos vivos e mortalidade de 50%. CONCLUSÕES: a amostra avaliada apresenta altas taxas de colonização materna por Streptococcus agalactiae. São necessários o uso de meio de cultura seletivo e a associação de culturas ano-retais e vaginais para aumentar a taxa de detecção do EGB. A incidência de sepse neonatal precoce foi elevada nesta população. Abstract in english PURPOSE: to indentify the prevalence and risk factors of maternal colonization by group B streptococcus (GBS) in pregnant women with premature labor (PL) and/or premature membrane rupture (PMR). METHODS: two anal and two vaginal swabs were collected from 203 pregnant women with diagnosis of PL or PMR assisted at the practice along one year. Pregnant women with imminent labor at admission were excluded. One swab of each source was placed in a transfer milieu and sent for c (more) ulture in blood-agar plates; the two remaining swabs were incubated for 24 hours in Todd-Hewitt milieu for further sowing in blood-agar plates. Risk factors were analyzed by the chi-square test, Student's t-test (p-value set at 0.05 and 95% confidence interval) and logistic regression. The following variables were analyzed: age, race, parity and mother schooling; culture results by source and type of culture; admission diagnosis; gestational age at admission; asymptomatic bacteriuria; gestational age at delivery; type of delivery; neonatal GBS colonization rate and immediate neonatal condition. RESULTS: prevalence of maternal GBS colonization was 27.6% (56 cases). The colonization rates according to gestational complications were 30% for PMR, 25.2% for PL and 17.8% for PL + PMR. Univariate analysis has shown that the variables Caucasian race, low level of schooling and bacteriuria were associated with higher colonization rates. Multivariate analysis showed that the presence of urinary infection was the only variable associated with maternal colonization. The GBS detection rate was signif

Nomura, Marcelo Luís; Passini Júnior, Renato; Oliveira, Ulysses Moraes; Calil, Roseli

2009-08-01

191

Transvaginal recanalization of the obstructed fallopian tube  

International Nuclear Information System (INIS)

Since the first report of successful transvaginal recanalization of the occluded fallopian tube, a protocol for evaluation of the technical feasibility of the procedure and its impact on infertility has been initiated. Patients are accepted only if bilateral fallopian tube obstruction has been demonstrated by prior hysterosalpingography and if laparoscopy has excluded other causes for infertility. Repeat hysterosalpingography, including use of intravenous glucagon (1 mg) when necessary is performed on initial evaluation. Of 26 patients referred for treatment of tubal obstruction, nine patients were found to have tubal patency, indicating the importance of careful reevaluation. The 17 remaining patients underwent the transvaginal recanalization procedure. The technical success of the procedure is high (88%), particularly with use of either the system developed by Thurmond et al or a system with slightly modified catheters. Two pregnancies, one ectopic and one intrauterine, occurred in the same ovulatory cycle of the recanalization procedure.

1988-12-02

192

Depressão pós-parto em puérperas: conhecendo interações entre mãe, filho e família Depresión posparto en puérperas: conociendo interacciones entre madre, hijo y familia Postpartum depression in puerperal women: knowing the interactions among mother, son and family  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Conhecer a interação de puérperas, que apresentam depressão pós-parto, com seus filhos e compreender a percepção de familiares sobre a doença e cuidados maternos prestados por essas puérperas. MÉTODOS: Estudo qualitativo de caráter exploratório que teve como sujeitos do estudo quatro puérperas com depressão pós-parto, acompanhadas em um Centro de Atenção Psicossocial do município de Quixadá - CE e quatro familiares. Foram realizadas visitas domiciliárias para a execução de entrevistas em profundidade. Os dados foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Morse e Field. RESULTADOS: As principais alterações emocionais relatadas foram o choro fácil e nervosismo. As puérperas sentiam-se frustradas e/ou inseguras quanto ao exercício da maternidade. Como agravante foi observado que familiares desconheciam o problema da depressão pós-parto. CONCLUSÃO: O cuidado de enfermagem nessa situação deve começar no pré-natal com avaliação da auto-estima, da rede de suporte social e da satisfação das futuras mães.OBJETIVO: Conocer la interacción de puérperas, que presentan depresión posparto, con sus hijos y, comprender la percepción de familiares sobre la enfermedad y cuidados maternos prestados por esas puérperas. MÉTODOS: Estudio cualitativo de carácter exploratorio que tuvo como sujetos de estudio cuatro puérperas con depresión posparto, acompañadas en un Centro de Atención Psicosocial del municipio de Quixadá (estado de Ceará), y cuatro familiares. Fueron realizadas visitas domiciliarias para la ejecución de entrevistas en profundidad. Los datos fueron analizados conforme la técnica de análisis de contenido propuesta por Morse e Field. RESULTADOS: Las principales alteraciones emocionales relatadas fueron el llanto fácil y el nervosismo. Las puérperas se sentían frustradas y/o inseguras en lo referente al ejercicio de la maternidad. Como agravante fue observado que los familiares desconocían el problema de la depresión posparto. CONCLUSIÓN: El cuidado de enfermería en esa situación debe comenzar en el prenatal con evaluación de la autoestima, de la red de suporte social y de la satisfacción de las futuras madres.OBJECTIVES: To study the interaction of puerperal women who have postpartum depression and to understand the perception of family about the disease and maternal care provided by these mothers. METHODS: This is an exploratory and qualitative study which had as a subject of study four puerperal women (with postpartum depression, being followed at the Psychosocial Care Center in the municipality of Quixada, state of Ceara) and four relatives. Home visits were made to carry out the interviews. The data were analyzed according to the content analysis technique proposed by Morse and Field. RESULTS: The main changes reported were emotional easy-tears and nervousness. The puerperal women were frustrated and/or lacking confidence in the exercise of motherhood. To make matters worse it was observed that the families were unaware of the postpartum depression problem. CONCLUSION: Nursing care in this situation should begin assessing the prenatal self-esteem, the received social support from the network and the mother satisfaction.

Francisca Cláudia Sousa da Silva; Thiago Moura de Araújo; Márcio Flávio Moura de Araújo; Carolina Maria de Lima Carvalho; Joselany Áfio Caetano

2010-01-01

193

Depressão pós-parto em puérperas: conhecendo interações entre mãe, filho e família/ Postpartum depression in puerperal women: knowing the interactions among mother, son and family/ Depresión posparto en puérperas: conociendo interacciones entre madre, hijo y familia  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: Conhecer a interação de puérperas, que apresentam depressão pós-parto, com seus filhos e compreender a percepção de familiares sobre a doença e cuidados maternos prestados por essas puérperas. MÉTODOS: Estudo qualitativo de caráter exploratório que teve como sujeitos do estudo quatro puérperas com depressão pós-parto, acompanhadas em um Centro de Atenção Psicossocial do município de Quixadá - CE e quatro familiares. Foram realizadas visitas do (more) miciliárias para a execução de entrevistas em profundidade. Os dados foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Morse e Field. RESULTADOS: As principais alterações emocionais relatadas foram o choro fácil e nervosismo. As puérperas sentiam-se frustradas e/ou inseguras quanto ao exercício da maternidade. Como agravante foi observado que familiares desconheciam o problema da depressão pós-parto. CONCLUSÃO: O cuidado de enfermagem nessa situação deve começar no pré-natal com avaliação da auto-estima, da rede de suporte social e da satisfação das futuras mães. Abstract in spanish OBJETIVO: Conocer la interacción de puérperas, que presentan depresión posparto, con sus hijos y, comprender la percepción de familiares sobre la enfermedad y cuidados maternos prestados por esas puérperas. MÉTODOS: Estudio cualitativo de carácter exploratorio que tuvo como sujetos de estudio cuatro puérperas con depresión posparto, acompañadas en un Centro de Atención Psicosocial del municipio de Quixadá (estado de Ceará), y cuatro familiares. Fueron realiza (more) das visitas domiciliarias para la ejecución de entrevistas en profundidad. Los datos fueron analizados conforme la técnica de análisis de contenido propuesta por Morse e Field. RESULTADOS: Las principales alteraciones emocionales relatadas fueron el llanto fácil y el nervosismo. Las puérperas se sentían frustradas y/o inseguras en lo referente al ejercicio de la maternidad. Como agravante fue observado que los familiares desconocían el problema de la depresión posparto. CONCLUSIÓN: El cuidado de enfermería en esa situación debe comenzar en el prenatal con evaluación de la autoestima, de la red de suporte social y de la satisfacción de las futuras madres. Abstract in english OBJECTIVES: To study the interaction of puerperal women who have postpartum depression and to understand the perception of family about the disease and maternal care provided by these mothers. METHODS: This is an exploratory and qualitative study which had as a subject of study four puerperal women (with postpartum depression, being followed at the Psychosocial Care Center in the municipality of Quixada, state of Ceara) and four relatives. Home visits were made to carry o (more) ut the interviews. The data were analyzed according to the content analysis technique proposed by Morse and Field. RESULTS: The main changes reported were emotional easy-tears and nervousness. The puerperal women were frustrated and/or lacking confidence in the exercise of motherhood. To make matters worse it was observed that the families were unaware of the postpartum depression problem. CONCLUSION: Nursing care in this situation should begin assessing the prenatal self-esteem, the received social support from the network and the mother satisfaction.

Silva, Francisca Cláudia Sousa da; Araújo, Thiago Moura de; Araújo, Márcio Flávio Moura de; Carvalho, Carolina Maria de Lima; Caetano, Joselany Áfio

2010-06-01

194

Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família/ Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP) sua associação com transtorno mental comum (TMC) nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questi (more) onário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20), para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS), para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco) e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa). RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75). As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03). CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP. Abstract in english PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD) and its association with minor mental disorders (MMD) among women attended in two (FHP) PSF units, in the city of São Paulo, and to identify risk factors associated with PPD. METHODS:a cross-sectional study with 70 postpartum women from two FHP units (Fazenda da Juta II and Jardim Sinhá), from October 2003 to February 2004. The following instruments were used: questionnaire with soc (more) io-demographical-economic data and obstetric and perinatal data; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20), for screening of MMD, and Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS), for evaluation of PPD. To verify association between explanatory variables and PPD, Student's t test, chi2 or linear trend chi2 were utilized when indicated. To evaluate concordance between scales (EPDS and SRQ-20) kappa (kappa) coefficient correlation was used. RESULTS:the prevalence of PPD and MMD was 37.1%. Scales presented a good concordance (kappa=0.75). The explanatory variables age, ethnicity, years of education, profession, and marital status, besides partner's profession and years of education, familiar income, number of pregnancies, parity, miscarriage, number of alive children, premature deliveries, gestational age, type of delivery, planning of actual pregnancy, score of Apgar (first and five minutes), newborn sex and weight, and breastfeeding did not show significant statistical association. A greater perception of social support from the partner was associated with lower prevalence of PPD (p=0.03). CONCLUSION: because of its high prevalence and negative impact upon mother and child, it is worthwhile to sensitize health care professionals about the importance of PPD

Cruz, Eliane Bezerra da Silva; Simões, Gláucia Lucena; Faisal-Cury, Alexandre

2005-04-01

195

Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família Post-partum depression screening among women attended by the Family Health Program  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: estimar a prevalência de depressão puerperal (DP) sua associação com transtorno mental comum (TMC) nas mulheres atendidas por duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) da cidade de São Paulo e identificar os fatores de risco associados à DP. MÉTODOS: estudo de corte transversal com 70 puérperas atendidas nas Unidades do PSF, Fazenda da Juta II e Jardim Sinhá, entre outubro de 2003 e fevereiro de 2004. Como instrumentos utilizaram-se: questionário com informações sociodemográficas econômicas e dados obstétricos e perinatais; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20), para rastreamento de TMC e a Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS), para avaliação de DP. Para testar as associações entre variáveis explicativas (fatores de risco) e a presença de DP foram utilizados os testes t de Student, chi2 e chi2 de tendência linear, quando indicados. Para avaliar a concordância entre a EPDS e o SRQ foi utilizado o coeficiente de concordância kappa (kapa). RESULTADOS: a prevalência de TMC e de DP foi de 37,1%. As escalas apresentaram boa concordância (kapa = 0,75). As variáveis explicativas idade materna, cor, escolaridade, ocupação e estado civil, além de idade, ocupação e instrução do companheiro, renda familiar, número de gestações, paridade, abortamentos, filhos vivos, partos prematuros, idade gestacional, tipo do parto, planejamento da gestação, Apgar de 1º e 5º minuto, sexo e peso do recém-nascido e aleitamento materno não apresentaram significância estatística. Quanto maior a percepção de suporte social do marido, menor a prevalência de DP (p=0,03). CONCLUSÃO: devido à alta prevalência e impacto negativo sobre a mãe e seu filho, é valioso sensibilizar o profissional de saúde para a importância da DP.PURPOSE: to estimate the prevalence of Family Health Program postpartum depression (PPD) and its association with minor mental disorders (MMD) among women attended in two (FHP) PSF units, in the city of São Paulo, and to identify risk factors associated with PPD. METHODS:a cross-sectional study with 70 postpartum women from two FHP units (Fazenda da Juta II and Jardim Sinhá), from October 2003 to February 2004. The following instruments were used: questionnaire with socio-demographical-economic data and obstetric and perinatal data; Self-Report Questionnaire 20 (SRQ-20), for screening of MMD, and Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS), for evaluation of PPD. To verify association between explanatory variables and PPD, Student's t test, chi2 or linear trend chi2 were utilized when indicated. To evaluate concordance between scales (EPDS and SRQ-20) kappa (kappa) coefficient correlation was used. RESULTS:the prevalence of PPD and MMD was 37.1%. Scales presented a good concordance (kappa=0.75). The explanatory variables age, ethnicity, years of education, profession, and marital status, besides partner's profession and years of education, familiar income, number of pregnancies, parity, miscarriage, number of alive children, premature deliveries, gestational age, type of delivery, planning of actual pregnancy, score of Apgar (first and five minutes), newborn sex and weight, and breastfeeding did not show significant statistical association. A greater perception of social support from the partner was associated with lower prevalence of PPD (p=0.03). CONCLUSION: because of its high prevalence and negative impact upon mother and child, it is worthwhile to sensitize health care professionals about the importance of PPD

Eliane Bezerra da Silva Cruz; Gláucia Lucena Simões; Alexandre Faisal-Cury

2005-01-01

196

Análise da adequação e da efetividade do uso de tocolíticos no trabalho de parto prematuro  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade do atendimento ao trabalho de parto prematuro em maternidades públicas do Rio de Janeiro, utilizando referentes, indicadores e padrões de processo e de resultado derivados de evidências científicas. Na análise de processo, o padrão utilizado para o uso de tocolíticos betamiméticos foi de 100%, considerando os referentes derivados. Na análise de resultados, o padrão foi a ocorrência de parto prematuro em 11% das pacientes dentro de 24 h e em 24% dentro de 48 h da admissão hospitalar. O uso de tocolíticos ocorreu em 18,7% das pacientes admitidas em trabalho de parto prematuro. Na faixa de idade gestacional de 28 a 33 semanas e seis dias, especialmente importante para a sobrevivência neonatal, o uso de tocolíticos foi feito em 32,6% das pacientes. Parto prematuro ocorreu em 59% das pacientes dentro de 24 h e em 64% das pacientes dentro de 48 h da admissão, resultados consistentes com o baixo uso de tocolíticos observado. A efetividade da assistência ao trabalho de parto prematuro, medida pela taxa de nascimentos prematuros, foi baixa. Os achados das correspondentes análises de processo e resultado foram consistentes.

Silva Letícia Krauss; Reis Aldo Franklin; Costa Tomaz Pinheiro da; Azevedo Andrea Paula de; Iamada Neiw; Albuquerque Carla Pontes de

1999-01-01

197

Postcoital Transvaginal Evisceration After Hysterectomy: a Case Report  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Transvaginal evisceration is mostly seen at postmenopausal period in a case who had vaginal operation and at premenopausal period it ensues postcoitally after hysterectomy. A 47 year old patient presented to emergency department with a complaint of intestinal herniation through vagina after coitus that had total abdominal histerectomy two months ago. The patient was emergently operated. Her vaginal cuff was sutured transvaginally then laparoscopic irrigation and suction were performed. Although transvaginal cuff repair is sufficient laparoscopic irrigation and suction are thought to be relevant for the management of transvaginal evisceration to prevent peritonitis.

Oktay Büyüka??k; Önder Koç; A.O?uz Hasdemir; Cavit Çöl; Hayri Erkol

2012-01-01

198

Estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor durante el proceso del parto/ Estratégias não farmacológicas de alívio à dor durante o trabalho de parto  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Esta revisão sistemática da literatura objetiva evidenciar a eficácia das estratégias não farmacológicas de alívio à dor durante o trabalho de parto por meio de uma pesquisa descritiva exploratória de natureza bibliográfica. Foram rastreadas as produções científicas com nível de evidência II, indexadas entre 1997 a fevereiro de 2009 nas bases de dados LILACS e Medline por meio dos descritores "Dor de parto"; "Dor do parto" e "Trabalho de parto" associado a (more) "Dor". Os seis artigos selecionados, dentre 615 produções científicas rastreadas, foram caracterizados e agrupados em duas categorias: Alívio da dor durante o trabalho de parto e Evidências após a aplicação das estratégias não farmacológicas. Os artigos, publicados entre 2003 a 2007 em seis diferentes periódicos, apresentavam as estratégias não farmacológicas: acupuntura, estimulação elétrica transcutânea e técnicas de respiração e relaxamento. A acupuntura e a estimulação elétrica transcutânea apresentaram eficácia no alívio da dor durante o trabalho de parto. As outras evidências foram: diminuição no uso de drogas analgésicas e de ocitócicos e da duração do trabalho de parto. O emprego das estratégias não farmacológicas na área obstétrica ainda não está concretizado. Embora não tenha sido evidenciado alívio da dor em todos os estudos, outros benefícios no emprego destas estratégias foram evidenciados. Abstract in spanish Esta revisión de la literatura tiene como objetivo evidenciar la eficacia de las estrategias no farmacológicas para aliviar el dolor durante el proceso del parto, por medio de una investigación descriptiva exploratoria de naturaleza bibliográfica. Fueron rastreadas las producciones científicas con nivel de evidencia II, indexadas entre 1997 a febrero de 2009, en las bases de datos LILACS y Medline por medio de los descriptores "Dolor de parto", "Dolor del parto" y "P (more) roceso del parto" asociado al "Dolor". Los seis artículos seleccionados, entre 615 producciones científicas rastreadas, fueron caracterizados y agrupados en dos categorías: Alivio del dolor durante el proceso del parto y Evidencias después de la aplicación de las estrategias no farmacológicas. Los artículos publicados entre 2003 y 2007 en seis revistas diferentes, presentaban las estrategias no farmacológicas: acupuntura, estimulación eléctrica transcutánea, técnicas de respiración y relajación. La acupuntura y la estimulación eléctrica transcutánea, presentaron eficacia aliviando el dolor durante el proceso del parto. Las otras evidencias fueron: disminución de fármacos analgésicos, de ocitócicos y también de la duración del proceso del parto. La utilización de estrategias no farmacológicas en el área obstétrica todavía no se ha concretizado. A pesar de que no se haya confirmado alivio del dolor en todos los estudios, se tienen pruebas de la obtención de otros beneficios. Abstract in english The aim of this review of the literature is to show the efficiency of non pharmacological strategies in alleviating pain during labour. A descriptive, exploratory bibliographical research work is used. Scientific publications with an evidence level of II, indexed between 1997 and February 2009 were searched in the LILACS and Medline databases under the descriptors "Dolor de parto", "Dolor del parto" and "Trabajo de parto" assoociated with "Dolor" (Pain). The six selected (more) articles from the 615 publications searched, were characterized and grouped in two categories: Alleviation of pain during labour and evidence following the application of non pharmacological strategies. The articles published between 2003 and 2007 in six different journals, presented non pharmacological strategies such as acupuncture, trans dermal electric stimulation, breathing techniques and relaxation. Acupuncture and trans skin electric stimulation were efficient in alleviating labour pains. Other findings were a decrease in painkillers, oxitocics and in duration of the bi

Sartori, A.L.; Vieira, F.; Almeida, N.A.M.; Bezerra, A.L.Q.; Martins, C.A.

2011-01-01

199

Estudo sobre a incidência de partos na adolescência em um município do Estado de São Paulo Estudio sobre la incidencia de partos en la adolescencia, en un municipio del Estado de São Paulo Study on the rate of childbirth by teenager mothers in a municipality of the State of São Paulo  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este trabalho apresenta a incidência de partos na adolescência, ocorridos no município de São Carlos-SP, durante um ano (2º semestre de 1993 e 1º semestre de 1994). Encontrou-se um percentual de 14,72% de ocorrência de partos na faixa etária de 11 a 18 anos. Além dessa incidência, também verificou-se o número de gestações, ocupação, tipo de parto e estado civil. Tais fatores poderiam configurar a necessidade de programas educacionais específicos para esta clientela.Este trabajo presenta la incidencia de partos en la adolescencia, ocurridos en el municipio de São Carlos (São Paulo), durante un año (II semestre de 1993 y I semestre de 1994). Se encontró un porcentaje de 14,72% de ocurrencia de partos en la franja etárea de 11 a 18 años. Además de esa incidencia, también se verificó el número de gestaciones, ocupación, tipo de parto y estado civil. Tales factores configuran la necesidad de programas educacionales específicos para esta clientela.The main goal of this study is to find out the rate of child birth by teenager mothers in São Carlos-SP from July, 1993 to July, 1994. The data were collected during one year and showed that in 14, 72% of the birth the mothers were 11 to 18 years old. The data were also analyzed in terms of, number of pregnancies, occupation, type of birth, and the mother's marital status. The results are discussed in terms of their implication with regard to educational programs to adolescents.

Maria Isabel Ruiz Beretta; Fátima Elisabeth Denari; João Carlos Pedrazzani

1995-01-01

200

Métodos para indução do parto/ Methods for labor induction  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O interesse da obstetrícia moderna pela indução do parto é demonstrado pela grande quantidade de artigos científicos publicados nos últimos anos. Os avanços da medicina em geral e da obstetrícia em particular têm permitido que mais gestações de risco evoluam até o termo ou próximo dele, com indicação materna ou fetal de interrupção da gestação antes do desencadeamento do trabalho de parto espontâneo. Isso coloca o obstetra na situação entre a escolha (more) da cesárea ou da indução do parto. Para que o obstetra faça a escolha pela indução do parto e desta forma colabore com a diminuição da incidência de cesárea, é necessário que haja método acessível, barato, seguro, efetivo, de fácil utilização e de boa aceitabilidade. Embora exista grande quantidade de métodos de indução do parto relatados na literatura médica, sabe-se que ainda não há método ideal. No entanto, dentre eles, dois se destacam. O primeiro é a ocitocina, que possui as vantagens de promover contrações uterinas fisiológicas de trabalho de parto e com possibilidade de reverter os quadros de aumento da contratilidade uterina com a sua suspensão. O outro método é o misoprostol, o mais utilizado na atualidade, que amadurece o colo uterino e provoca contrações uterinas de trabalho de parto. No entanto, em relação ao misoprostol ainda existem controvérsias sobre sua dose e via ideal e segurança. Abstract in english The interest of modern obstetrics in labor induction can be demonstrated by the huge amount of scientific articles published during the last few years. The advances of medicine in general and particularly of obstetrics allowed that more risky pregnancies reach term or near term, with a maternal or fetal indication for pregnancy interruption before the spontaneous onset of labor and delivery. This leads the obstetrician to the situation of choosing between cesarean section (more) and labor induction. With the aim of helping the obstetrician to make the choice for labor induction and thus collaborate with the reduction in cesarean section rates, it is necessary that an accessible, cheap, safe, effective, easy to be used method with good acceptability is available. Although several methods of labor induction reported in medical literature do exist, it is known that there is no ideal method. However, among them, two are highlighted. The first is oxytocin, which has the advantages of promoting physiologic uterine contractions of labor and reverting uterine hypercontractility when suspended. The other method is misoprostol, nowadays the most used, which ripens the uterine cervix and induces uterine contractions of labor. However, there are still some controversies regarding its ideal dose, route and safety.

Moraes Filho, Olímpio Barbosa de; Cecatti, José Guilherme; Feitosa, Francisco Edson de Lucena

2005-08-01

 
 
 
 
201

Produção de leite e desempenho pós parto de vacas Hereford em distintas condições reprodutivas criadas extensivamente Milk production and postpartum performance of Hereford cows in different reproduction condictions in a range breeding system  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available A produção de leite e o desempenho pós parto de 52 vacas multíparas Hereford em condição corporal média (3 em escala de 1 a 5), gestantes (45) e não gestantes (24), em condições extensivas, foram estudados, em 69 lactações, durante dois anos (2000 e 2001). A estimativa da produção de leite foi realizada em seis intervalos (3 de 21 d e 3 de 42 d), do nascimento à desmama (189d), por meio da técnica da pesagem do terneiro antes e após a mamada. Os fatores fixos foram ano, prenhez, sexo do terneiro e raça do touro (Hereford e Nelore). A produção de leite diária, do pico de lactação, total e a persistência da lactação, não foram influenciadas pelos fatores estudados (P>0,05). O peso ao parto foi maior (P0,05) dos demais fatores avaliados. O peso vivo na concepção (99 d média), e à desmama, foi maior nas vacas gestantes (432,10 ± 5,78 e 433,30 ± 6,36kg) que nas não gestantes 399,37 ± 7,92 e 393,46 ± 8,70kg), respectivamente. O sexo dos terneiros teve efeito significativo (PMilk production and pospartum performance from 52 multiparous Hereford cows, with the same body condition score (3 in a 1 to 5 scale), pregnant (45) or not pregnant (24), was studied in 69 lactations during two years, 2000 (42) and 2001 (27) under range conditions. Estimates of milk yield were obtained during six intervals (three 21d and three 42d), by the weigh-suckle-weigh technique, from birth to weaning (189d). Effects studied were year, pregnancy, calf sex and sire breed. None of the effects studied affected (P>0.05) milk production parameters: daily milk production, total milk yield, lactation peak and persistency. Body weight at calving was greater (P<0.05) in 2001 (417.49 ± 6.94kg) that in 2000 (353. 97 ± 5.57kg) and was not affected by the other effects. Body weight at conception (99d; 432.10 ± 5.78 and 399,37 ± 7.92kg) and at weaning (189d; 433.30 ± 6.36 and 393.46 ± 8.70kg), were greater (P<0.05) in pregnant cows than in non-pregnant animals, respectively. Sex of calf had a significant effect (P<0.05) on calf birth weight (41.75 ± 1.21kg and 37.6 ± 1.13kg for males and females, respectively). All studied effects affected significantly calf weaning weight (P<0.05) and pregnant cows had heavier calves at weaning (194.22 ± 3.41kg) than non-pregnant cows (177.43 ± 4.67kg). The greatest performance of pregnant beef cows with similar milk yield and body condition score from calving to weaning can be explained by the superior adaptation characteristics of these cows.

Marcelo Alves Pimentel; José Carlos Ferrugem Moraes; Carlos Miguel Jaume; Jaqueline Schneider Lemes; Cássio Cassal Brauner

2005-01-01

202

Desempenho e digestibilidade dos nutrientes de rações com casca do grão de soja em substituição ao milho para cabras Saanen em lactação e no pré-parto/ Performance and nutrients digestibility of rations with soybean hulls as a corn ground replacement for Saanen goats, in prepartum and lactation  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Objetivou-se com este experimento avaliar o desempenho produtivo, a digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes e a composição do leite de cabras Saanen alimentadas com rações contendo casca do grão de soja (CGS) em substituição ao milho (0, 50 ou 100%CGS) no período da lactação até o pré-parto (30 dias). Foram utilizadas 18 cabras (75,70 ± 10,59 kg) em delineamento inteiramente casualizado. As dietas apresentaram em média 14,82% PB e 2,28 Mcal de EM/k (more) g MS ingerida. Os animais foram mantidos confinados em baias individuais com controle diário da ração ingerida e da produção de leite. No 150º dia de lactação, e também no 20º dia anterior à data prevista para o parto, iniciou-se a coleta de fezes para determinação da digestibilidade da ração e dos nutrientes. Mensalmente, foram coletadas amostras de leite para análise dos principais constituintes. Os níveis de CGS não influenciaram o peso corporal (PC), as ingestões de matéria seca (IMS) e matéria orgânica (IMO), a digestibilidade de matéria seca (DMS), matéria orgânica (DMO) e proteína bruta (DPB) para produção de leite, a eficiência de produção de leite e a composição do leite no período de lactação. Também não afetaram o PC e as digestibilidades de MS e MO no período pré-parto. Os níveis de CGC influenciaram as ingestões de proteína bruta e fibra em detergente neutro e a digestibilidade da fibra em detergente neutro nos dois períodos avaliados. No período pré-parto, os maiores resultados para ingestão de MS e MO, digestibilidade da PB e nitrogênio uréico no plasma foram obtidos no nível de 100%CGS. A utilização de casca do grão de soja em substituição ao milho moído na alimentação de cabras Saanen em lactação não altera o desempenho produtivo e a composição do leite. Abstract in english This experiment was carried out to evaluate productive performance, dry matter and nutrient digestibility, and milk composition of Saanen goats fed rations with soybean hulls (SBH) as a corn ground replacement (0, 50 and 100%SBH), during lactation until prepartum (30 days). Eighteen goats were used (75.70 ± 10.59 kg) in a completely randomized design. The rations presented 14.82% CP and 2.28 Mcal ME/kg DM intake. The animals were confined in individual pens, with daily c (more) ontrol of ration intake and milk production. At the 150th lactation day and also 20 th days before kidding, fecal sampling started to be collected to determine ration and nutrient digestibilities. Monthly, milk samples were collected to analyses the main constituents. The levels of SBH did not affect body weight (BW), dry matter (DMI) and organic matter (OMI) intake, dry matter (DMD), organic matter (OMD) and crude protein (CPD) digestibility for milk production, milk production efficiency and milk composition during lactation; likewise for BW and digestibilities of DM and OM in prepartum period. The SBH influenced the intakes of crude protein, neutral detergent fiber and digestibility of neutral detergent fiber in the two evaluated periods. In prepartum period, the greatest results for DM and OM intakes , digestibility of CP and plasma urea nitrogen were obtained with the level of 100%SBH. Soybean hulls can be used as a corn ground replacement in rations for lactating Saanen goats without changes in productive performance and milk composition.

Zambom, Maximiliane Alavarse; Alcalde, Claudete Regina; Silva, Karina Toledo da; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; Ramos, Carlos Eduardo Crispim Oliveira; Passianoto, Gabriella de Oliveira

2008-07-01

203

Ingestão, digestibilidade das rações e parâmetros sangüíneos em cabras Saanen durante o pré-parto recebendo rações com diferentes níveis de energia/ Intake, nutrient digestibility, and blood parameters on prepartum Saanen goats fed diets with different energy levels  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo neste trabalho foi avaliar a ingestão e a digestibilidade dos nutrientes das rações e os parâmetros sangüíneos de 20 cabras Saanen (70,65±7,39 kg) no período de 21 dias pré-parto, em condições de confinamento. Foram utilizados cinco níveis de energia 2,95; 2,83; 2,70; 2,58 e 2,46 Mcal de EM/kg de MS, com as respectivas relações volumoso:concentrado 40:60, 50:50, 60:40, 70:30 e 80:20. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com qua (more) tro repetições por tratamento. Os níveis de energia não influenciaram o peso vivo e as ingestões de MS, MO, PB, CT, FDN e NDT. No entanto, verificou-se efeito linear positivo da energia da ração sobre a ingestão de EE. Os níveis energéticos da ração influenciaram a digestibilidade dos nutrientes, observando-se efeito linear positivo para MS, MO, EE, FDN, CT e EB, todavia, não houve efeito para PB. Não houve efeito dos tratamentos sobre os valores de colesterol e uréia, mas verificou-se efeito linear positivo do nível energético da ração sobre os níveis de triglicerídeos (mg/dL). O nível de energia de 2,95 Mcal/kg de MS da ração resultou em maior disponibilidade de nutrientes em cabras Saanen no período pré-parto. Abstract in english The objective of this study was to evaluate nutrient intake, blood parameters and digestibility of nutrients on 20 feedlot Saanen goats (70.65±7.39 kg) at 21 days prepartum. Diets with the following energy levels and forage:concentrate ratios were fed: 2.95, 2.83, 2.70, 2.58, and 2.44 Mcal of ME/kg of DM and 40:60, 50:50, 60:40, 70:30, and 80:20, respectively. A completely randomized design with four replications per treatment was used. Animal body weight and blood sampl (more) es were taken weekly. The different dietary energy levels did not affect body weight (kg) and intakes of DM, OM, CP, TC, NDF, and TDN. However, a significant linear effect was observed for intake of EE by increasing the dietary energy level. With the exception of CP, apparent digestibilities of DM, OM, EE, NDF, TC, and GE all increased linearly when the energy content of the diet increased from 2.44 to 2.95 Mcal of ME/kg of DM. No significant effects were observed for the blood concentrations of cholesterol and urea among treatments. Conversely, concentration of blood triglycerides accompanied the increment of energy in the diet and increased linearly. It can be concluded that the diet with 2.95 Mcal of ME/kg of DM resulted in greater nutrient availability than diets with lower energy content when fed to prepartum Saanen goats.

Zambom, Maximiliane Alavarse; Alcalde, Claudete Regina; Macedo, Francisco de Assis Fonseca de; Garcia, Jocilaine; Moraes, Gentil Vanini de; Sakuno, Marlene Leiko Doi; Borgh, Everton Luiz

2006-08-01

204

Detection of appendicitis by transvaginal ultrasound: a case report.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

Transvaginal ultrasound was performed in a 35-year-old woman with right iliac fossa discomfort in whom initial transabdominal images revealed no abnormality. A thickened hyperemic appendix with appendicolith was identified; subsequent surgery and pathological examination confirmed appendicitis. Transvaginal ultrasound may be valuable in women with suspected appendicitis when standard views are normal or equivocal.

Larcos G

1996-05-01

205

Detection of appendicitis by transvaginal ultrasound: a case report.  

Science.gov (United States)

Transvaginal ultrasound was performed in a 35-year-old woman with right iliac fossa discomfort in whom initial transabdominal images revealed no abnormality. A thickened hyperemic appendix with appendicolith was identified; subsequent surgery and pathological examination confirmed appendicitis. Transvaginal ultrasound may be valuable in women with suspected appendicitis when standard views are normal or equivocal. PMID:8774104

Larcos, G

1996-05-01

206

Transvaginal ultrasound ovarian diathermy: sheep as an experimental model  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Abstract Background Some techniques of transvaginal ovarian drilling have been previously described. Nevertheless a monopolar transvaginal ovarian cauterization, that use the expertise and safety of transvaginal puncture for oocyte captation seems to be an easier and feasible approach. The aim of this study was to develop a minimally invasive ovarian cauterization technique under transvaginal ultrasound control, and to evaluate the safety of the transvaginal ovarian monopolar cauterization, female sheep at reproductive age were used as an experimental model. Findings An experimental study was performed in a university research center. Seventeen female sheep (15 Corriedale e 2 Suffolk) in reproductive age were submitted to transvaginal ovarian cauterization with a monopolar Valleylab Force 2 electrocautery. Macroscopic and microscopic lesions were assessed. Ovarian size were 1.31 cm2 ± 0,43 (Corriedale) and 3.41 cm2 ± 0,64 (Suffolk). From 30 ovaries from Corriedale sheep punctured, only 3 were cauterized, presenting macroscopic and typical microscopic lesion. In the Suffolk sheep group, only one ovary was cauterized. No lesion could be found in the needle path. Conclusions This is the first experimental animal model described for ovarian cauterization needle guided by transvaginal ultrasound. The sheep does not seem to be the ideal animal model to study this technique. Another animal model, whose ovaries are better identified by transvaginal ultrasound should be sought for this technique, theoretically less invasive, before it could be offered safely to women with polycystic ovary syndrome.

Pimentel Anita M; Kobayashi Danielle; Kliemann Lucia M; Franjdlich Renato; Capp Edison; Corleta Helena VE

2012-01-01

207

Transvaginal evisceration after laparoscopic adrenalectomy in neurofibromatosis  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Transvaginal evisceration is a rare complication of hysterectomy. We describe this event following adrenalectomy for pheochromocytoma in a patient affected by neurofibromatosis. This is the first case reported in the literature following laparoscopic surgery. Prompt emergency intestinal reduction and vaginal cuff repair is required to prevent ischemia of the eviscerated bowel. Pneumoperitoneum, passage of stools, or an unknown connective tissue dysplasia due to genetic abnormalities might have contributed to this unpredictable event. The general surgeon must be aware of this rare but challenging gynecological complication.

Vettoretto Nereo; Balestra Luca; Taglietti Lucio; Giovanetti Maurizio

2010-01-01

208

Uso do misoprostol em substituição à curetagem uterina em gestações interrompidas precocemente/ Misoprostol in substitution at uterine curettage in early pregnancy failure  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: Avaliar a eficácia do misoprostol administrado via vaginal para esvaziamento uterino em gestações interrompidas precocemente, bem como o tempo entre a administração e o esvaziamento, correlacionando-os com a idade gestacional. MÉTODOS: Ensaio clínico com 41 pacientes com gestações interrompidas entre a 7ª e a 12ª semanas gestacionais, com média de idade de 27,3 (±6,1) anos. A paridade média foi de 2,2 (±1,2) partos; o número médio de abortament (more) os prévios foi 0,2 (±0,5). Foram administrados 800 µg de misoprostol via vaginal, em dose única; após 24 horas, foi realizado ultrassom transvaginal. Considerou-se abortamento completo quando o diâmetro anteroposterior da cavidade endometrial media Abstract in english PURPOSE: To evaluate the effectiveness of misoprostol administered vaginally for uterine evacuation in interrupted early pregnancies and the time between the administration and emptying correlated with gestational age. METHODS: Clinical trial with 41 patients with pregnancies interrupted between the 7th and the 12th gestational weeks. The mean age was 27.3 (±6.1) years. Mean parity was 2.2 (±1.2) deliveries. The average number of previous abortions was 0.2 (± 0.5). Mis (more) oprostol was administered vaginally in a single 800 µg dose and transvaginal ultrasound was performed after 24 hours. Abortion was considered complete when the anteroposterior diameter of the endometrial cavity measured

Arcanjo, Francisco Carlos Nogueira; Ribeiro, Alita Silva; Teles, Tarciano Granjeiro; Macena, Raimunda Hermelinda Maia; Carvalho, Francisco Herlânio Costa

2011-06-01

209

Resultados maternos e neonatais da assistência em casa de parto no município do Rio de Janeiro/ Maternal and neonatal assistance results at Birthing Center in the municipality of Rio de Janeiro/ Resultados maternos y neonatales de la asistencia en casa de nacimiento en el municipio de Rio de Janeiro  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo deste estudo foi descrever os resultados maternos e neonatais da assistência na Casa de Parto David Capistrano Filho. Pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa, que analisou 458 prontuários dos partos normais e nascimentos no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009. As parturientes eram mulheres jovens, de 15 a 25 anos de idade (66,6%), e nulíparas (55%). Durante o trabalho de parto, elas permaneceram com o acompanhante (94,1%) e r (more) eceberam cuidados para o relaxamento e o conforto. A taxa de episiotomia foi de 2,4%. Não houve óbitos maternos e neonatais. Os casos de asfixia neonatal representaram 0,2% dos nascidos vivos. As transferências para o hospital corresponderam a 2,8% das mulheres no pós-parto e 8,5% entre os neonatos. A maioria dos resultados encontrados foi semelhante aos descritos nas pesquisas brasileiras e internacionais acerca da assistência em centros de parto. Abstract in spanish El objetivo de este estudio fue describir los resultados maternos y neonatales de la asistencia en la Casa de Parto David Capistrano Filho. Investigación exploratoria y descriptiva con enfoque cuantitativo, que analizó 458 registros clínicos de los partos normales y nacimientos en el período de Enero de 2008 a Diciembre de 2009. Las mujeres embarazadas eran mujeres jóvenes, entre 15 y 25 años de edad (66,6%), y nulíparas (55%). Durante el trabajo de parto, ellas re (more) cibieron dieta oral (100%), permanecieron con el acompañante (94,1%) y recibieron cuidados para la relajación y confort. La tasa de episiotomía fue del 2,4%. No hubo óbitos maternos y neonatales. Los casos de asfixia neonatal representaron 0,2% de los neonatos. Los traslados para el hospital correspondieron a 2,8% de las mujeres en el postparto y a 8,5% entre los recién nacidos. La mayoría de los resultados fueron similares a los descritos en las investigaciones brasileñas e internacionales a cerca de la asistencia en centros de nacimientos. Abstract in english The purpose of this study was to describe the maternal and neonatal assistance results in the Casa de Parto David Capistrano Filho Birthing Center. An exploratory and descriptive research with a quantitative approach, which were analyzed 458 patients' files data of normal delivery and births in period from January 2008 to December 2009. The pregnants were young women, from 15 to 25 years old (66.6%), and nulliparous (55%). During labor, they remained with the companion (9 (more) 4.1%) and received care to relaxation and comfort. The episiotomy rate was 2.4%. There were no maternal and neonatal deaths. The cases of neonatal asphyxia accounted for 0.2% of live births. Transfers rate to hospital corresponded to 2.8% of women postpartum and 8.5% among newborns. Most results were similar to those described in Brazilian and internationals researches about birth centers assistance.

Pereira, Adriana Lenho de Figueiredo; Lima, Tamara Rubia Lino de; Schroeter, Mariana Santana; Gouveia, Monique da Silva Ferreira; Nascimento, Sabrina Damazio do

2013-03-01

210

A influência da assistência profissional em saúde na escolha do tipo de parto: um olhar sócio antropológico na saúde suplementar brasileira/ The influence of professional health care on the choice of type of childbirth: a socio-anthropological perspective on supplementary Brazilian health care  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: este estudo é um recorte de uma pesquisa multicêntrica realizada em três capitais da Região Sul do Brasil que focaliza as experiências de usuárias da rede suplementar, buscando contribuir na compreensão da influência da assistência profissional na escolha do tipo de parto realizado neste segmento. MÉTODOS: estudo de abordagem qualitativa, explo-ratório-descritivo, utilizando dados coletados entre dezembro de 2006 e fevereiro de 2007, através de entr (more) evistas com 33 mulheres com até dezoito meses de pós-parto. RESULTADOS: os resultados mostraram alta incidência de parto cesáreo e entre os fatores que contribuíram para este fenômeno identificou-se a medicalização do processo gravidez-parto, o medo da dor, a conveniência da data marcada e um processo de negociação/orientação que se estabelece entre a gestante e seus familiares e o profissional médico, fortemente influenciado pelo vínculo de confiança dessa relação. Fatores culturais, experiências anteriores, relações familiares e a assistência pré-natal baseada na biomedicina também influenciaram a favor do parto cesáreo. CONCLUSÕES: conclui-se que um conjunto de fatores de ordem cultural e organizacional deva ser considerado no sentido da reorganização da assistência pré-natal, visando à implantação de práticas que favoreçam o parto normal. Abstract in english OBJECTIVES: this article reports on a multicentric research carried out in three State capitals in the Southern Region of Brazil, focusing on the experience of users of the supplementary network and aims to contribute to understanding of the influence of Professional care on the type of delivery carried out in this segment of the population. METHODS: a qualitative, exploratory and descriptive approach was adopted, using data collected between December 2006 and February 20 (more) 07 by way of interviews with 33 women within 18 months of childbirth. RESULTS: the results showed a high incidence of cesarean section and, among the factors contributing this was, identified the medicalization of the process of pregnancy and childbirth, the fear of pain, the convenience of a pre-established date of birth and a process of negotiation/orientation between the pregnant woman, her family and medical professionals, with the latter enjoying special authority. Cultural factors, previous experiences, family relations and pre-natal care based on biomedicine also inclined women in favor of cesarean birth. CONCLUSIONS: it was concluded that a combination of cultural and organizational factors should be considered when restructuring pre-natal care with a view to promoting natural birth

Pires, Denise; Fertonani, Hosanna Pattrig; Conill, Eleonor Minho; Matos, Thaís Alves; Cordova, Fernanda Peixoto; Mazur, Cíntia da Silva

2010-06-01

211

Programa hormonal associado ao desmame temporário, na indução de ovulação em vacas de corte durante o pós-parto/ Hormonal program associated to temporary weaning in the induction of ovulation in beef cows during post-partum  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Este experimento foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de tratamentos hormonais, associados ao desmame temporário, na indução de ovulação após o parto, em fêmeas de corte criadas extensivamente. Foram utilizadas 143 vacas (Hereford e cruzas Hereford x Nelore), pluríparas, entre 50 e 70 dias após o parto, com condição corporal (CC) 2 e 3 (1-5). O grupo SEMED (somatotropina, estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame) foi constitu? (more) ?do por 50 vacas, as quais receberam (dia 0) 500mg de somatotropina bovina recombinante (bST-r), 5mg de benzoato de estradiol e um pessário intravaginal contendo 250mg de acetato de medróxiprogesterona (MAP) e, seis dias após, (dia 6) 500UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG). No momento da retirada dos pessários (dia 7), os terneiros foram separados totalmente das vacas por 96h. No grupo EMED (estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame), constituído de 48 vacas, adotou-se um tratamento semelhante ao do grupo anterior, diferindo apenas na não utilização da somatotrofina. No grupo CONTROLE, 43 vacas foram unicamente separadas dos seus filhos por 96h. Logo após a retirada dos pessários vaginais e de realizado o aparte dos terneiros, as vacas foram colocadas em um piquete com touros (1:10). Após 53 dias, foi realizado o diagnóstico de gestação por palpação retal e ultra-sonografia, para detectar as vacas que conceberam no estro subseqüente aos tratamentos. Obtiveram-se índices de prenhez de 11,1% , 38,0% e 56,2% respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED, cujas diferenças foram significativas (p Abstract in english The purpose of this experiment was to assess the efficiency of hormonal treatments on the fertility of beef cows raised extensively on the west border region of Rio Grande do Sul, Brazil. A hundred and forty-three cows (Hereford and Crossing breeds) which were between 50 and 70 days after delivery were used and, after being classified according to their body condition (BC), varying from 1 to 5, they were separated into three groups. The SEMED group had 50 cows, which rece (more) ived (day 0) 500mg of bovine somatotropin (bST), 5mg of benzoate of estradiol and an intravaginal pessary containing 250mg of medroxiprogesteron acetate (MAP) and, six days later, (day 6), 500UI of equine chorionic gonadotropin (eCG). By the time the pessaries were withdrawn, the calves were totally separated from their mothers for 96 hours. In the EMED group, which had 48 cows, a treatment similar to the previous one was adopted, differing only in the non-use of somatotropin. In the CONTROL group, 43 cows were only separated from their calves for 96 hours. Right after the vaginal pessaries withdrawal and the separation from the calves, the cows were placed in an pasture with bulls (1:10). After 53 days, a pregnancy diagnosis via rectal palpation and ultrasonography was done to detect the cows that had conceived in the estrous subsequent to the treatment. Pregnancy rates of 11.1%, 38.0% and 56.2% were obtained for the groups CONTROL, SEMED e EMED respectively, whose differences were significant (p

Maciel, Marlon Nadal; Neves, Jairo Pereira; Gonçalves, Paulo Bayard Dias; Oliveira, João Francisco de; Bortolotto, Ederson Bisognin; Stranieri, Patrícia

2001-06-01

212

Adolescência e anticoncepção: 1. Estudo de conhecimento e uso em puérperas internadas por parto ou aborto Adolescence and contraception: 1- A study of knowledge and use among women interned for childbirth or abortion  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available São analisados o conhecimento e a utilização de métodos anticoncepcionais por adolescentes. Foram levantados os dados a partir de prontuários médicos e de entrevistas relativos a 78 adolescentes puérperas (parto ou aborto), atendidas em um serviço de obstetrícia do Município de Cotia, SP (Brasil), no período de 1/5/86 a 31/7/86. Do total de adolescentes estudadas, 61,5% tinham algum tipo de conhecimento sobre métodos anticoncepcionais, conhecimento este influenciado por fatores tais como idade, escolaridade, paridade e estado marital. As fontes de informação mais procuradas foram os amigos, os parentes e os parceiros, nesta ordem; as menos procuradas foram os profissionais de saúde. Somente uma em cada dez adolescentes usava algum tipo de anticoncepcional, sendo os mais prevalentes a pílula, o método Ogino-Knauss, preservativos e o coito interrompido. Em 100% dos casos de utilização destes métodos houve indicação por parte de pessoas do grupo social das adolescentes, sendo os anticoncepcionais adquiridos no comércio, sem nenhum controle de saúde.A study of the knowledge and utilization of contraceptive methods by adolescent is presented. An analysis was carried out based on data collected from interviews with and recorded case histories of 78 puerperal adolescents (childbirth or abortion), assisted by an obstetric service in the county of Cotia, SP, Brazil, between May 1 and July 31, 1986. Of all the adolescents studied, 61.5% had some knowledge of contraceptive methods; the findings showed that such knowledge was influenced by factors such as: age, school background, parity and marital status. The main sources of information on contraception were: friends, relatives and partners, in this order; those least sought for in this regard were health professionals. Only one in each ten adolescents made use of some contraceptive measure, the most prevalent methods being the contraceptive pill, the Ogino-Knauss method, condoms and coitus interruptus. In al of the cases of the utilization of these methods the same had been "recommended" by persons belonging to the adolescents' social group, and had been acquired in shops, without any health control.

Néia Schor; Fanny Lopez A.

1990-01-01

213

Adolescência e anticoncepção: 1. Estudo de conhecimento e uso em puérperas internadas por parto ou aborto/ Adolescence and contraception: 1- A study of knowledge and use among women interned for childbirth or abortion  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese São analisados o conhecimento e a utilização de métodos anticoncepcionais por adolescentes. Foram levantados os dados a partir de prontuários médicos e de entrevistas relativos a 78 adolescentes puérperas (parto ou aborto), atendidas em um serviço de obstetrícia do Município de Cotia, SP (Brasil), no período de 1/5/86 a 31/7/86. Do total de adolescentes estudadas, 61,5% tinham algum tipo de conhecimento sobre métodos anticoncepcionais, conhecimento este influe (more) nciado por fatores tais como idade, escolaridade, paridade e estado marital. As fontes de informação mais procuradas foram os amigos, os parentes e os parceiros, nesta ordem; as menos procuradas foram os profissionais de saúde. Somente uma em cada dez adolescentes usava algum tipo de anticoncepcional, sendo os mais prevalentes a pílula, o método Ogino-Knauss, preservativos e o coito interrompido. Em 100% dos casos de utilização destes métodos houve indicação por parte de pessoas do grupo social das adolescentes, sendo os anticoncepcionais adquiridos no comércio, sem nenhum controle de saúde. Abstract in english A study of the knowledge and utilization of contraceptive methods by adolescent is presented. An analysis was carried out based on data collected from interviews with and recorded case histories of 78 puerperal adolescents (childbirth or abortion), assisted by an obstetric service in the county of Cotia, SP, Brazil, between May 1 and July 31, 1986. Of all the adolescents studied, 61.5% had some knowledge of contraceptive methods; the findings showed that such knowledge wa (more) s influenced by factors such as: age, school background, parity and marital status. The main sources of information on contraception were: friends, relatives and partners, in this order; those least sought for in this regard were health professionals. Only one in each ten adolescents made use of some contraceptive measure, the most prevalent methods being the contraceptive pill, the Ogino-Knauss method, condoms and coitus interruptus. In al of the cases of the utilization of these methods the same had been "recommended" by persons belonging to the adolescents' social group, and had been acquired in shops, without any health control.

Schor, Néia; Lopez A., Fanny

1990-12-01

214

Parto domiciliar planejado: resultados maternos e neonatais Parto domiciliario planificado: resultados maternos y neonatales Planned homebirth: maternal and neonatal outcomes  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available A hospitalização de todas as parturientes, em nome da segurança e bem-estar da mãe e bebê, introduziu uma assistência mecânica, impessoal e intervencionista no parto, fazendo ressurgir o parto em domicílio. A bibliografia a respeito é escassa, justificando-se a produção de dados sobre partos domiciliares. O objetivo foi descrever o processo e os resultados maternos e neonatais em partos domiciliares planejados. Foram coletados dados de 70 partos assistidos por enfermeiras obstétricas, em São Paulo, Brasil. Os resultados indicaram que 61,4% das mulheres tinham 30 anos ou mais; 71,4% possuíam ensino superior; 97,1% viviam com companheiro; 64,3% exerciam atividade remunerada; 54,3% eram nulíparas; a taxa de remoção materna para o hospital foi de 5,7% por indicação obstétrica e 14,3% a pedido; 92,9% foram partos normais; 63,6% escolheram posições verticais e 57,5% tiveram períneo íntegro ou laceração de primeiro grau; todos os recém-nascidos apresentaram Apgar =7 no 5º minuto e um bebê foi removido para o hospital com seis horas de vida, devido a arritmia cardíaca. O uso criterioso de intervenções obstétricas e neonatais no parto domiciliar e a produção de evidências científicas sobre sua segurança podem contribuir para a transformação do atual modelo de assistência ao parto no Brasil.La hospitalización de todas las parturientas, en el nombre de la seguridad y el bienestar de madre y bebé, introdujo una asistencia mecánica, impersonal e intervencionista en el parto, haciendo resurgir el parto domiciliario. La literatura sobre este tema es escasa, justificando la producción de datos sobre los nacimientos en el hogar. El objetivo fue describir el proceso y los resultados maternos y neonatales en partos domiciliarios planificados. Se recogieron datos de 70 partos atendidos por enfermeras obstétricas. Los resultados indicaron: 61,4% de las mujeres tenían edad = 30 años; 71,4% tenían educación superior; 97,1% vivían con la pareja; 64,3% eran empleadas; 54,3% eran primíparas; tasa de transferencia materna al hospital de 5,7% por indicación obstétrica y de 14,3% por demanda de la mujer; 92,9% fueron partos normales; 63,6% optaron por posiciones verticales; 57,5% tuvieron perineo intacto o desgarro perineal de primer grado; todos los recién nacidos tuvieron Apgar = 7 a los 5 minutos y un bebé fue trasladado al hospital, por arritmia cardiaca. El uso juicioso de intervenciones obstétricas y neonatales en los partos domiciliarios y la producción de evidencias científicas sobre su seguridad pueden contribuir a la transformación del modelo actual de atención del parto en Brasil.The hospitalization of all women in labour, in the interests of the safety and well-being of mother and baby introduced mechanical, impersonal and interventionist childbirth care, leading to seeing homebirth as an alternative for women seeking a natural approach during birth. The literature on the subject is scarce, justifying the production of data on homebirths. The aim was to describe the process and maternal and neonatal outcomes in planned homebirths. Data were collected from 70 births attended by midwives, in Sao Paulo, Brazil. The results indicated that 61.4% of women were 30 years old or more, 71.4% had higher education, 97.1% lived with a partner, 64.3% performed paid work, 54.3% were nulliparous, and the rate of maternal transfer to hospital was 5.7% due to complications in labour and 14.3% on request; 92.9% were normal deliveries, 63.6% chose vertical positions and 57.5% had an intact perineum or first-degree laceration, all newborns had Apgar scores = 7 at 5 minutes and one baby was transferred to the hospital due to cardiac arrhythmia. Judicious use of obstetrical and neonatal interventions in homebirths and scientific evidence about their safety can contribute to transformation of the current model of childbirth in Brazil.

Priscila Maria Colacioppo; Márcia Duarte Koiffman; Maria Luiza Gonzalez Riesco; Camilla Alexsandra Schneck; Ruth Hitomi Osava

2010-01-01

215

Parto domiciliar planejado: resultados maternos e neonatais/ Planned homebirth: maternal and neonatal outcomes/ Parto domiciliario planificado: resultados maternos y neonatales  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese A hospitalização de todas as parturientes, em nome da segurança e bem-estar da mãe e bebê, introduziu uma assistência mecânica, impessoal e intervencionista no parto, fazendo ressurgir o parto em domicílio. A bibliografia a respeito é escassa, justificando-se a produção de dados sobre partos domiciliares. O objetivo foi descrever o processo e os resultados maternos e neonatais em partos domiciliares planejados. Foram coletados dados de 70 partos assistidos por (more) enfermeiras obstétricas, em São Paulo, Brasil. Os resultados indicaram que 61,4% das mulheres tinham 30 anos ou mais; 71,4% possuíam ensino superior; 97,1% viviam com companheiro; 64,3% exerciam atividade remunerada; 54,3% eram nulíparas; a taxa de remoção materna para o hospital foi de 5,7% por indicação obstétrica e 14,3% a pedido; 92,9% foram partos normais; 63,6% escolheram posições verticais e 57,5% tiveram períneo íntegro ou laceração de primeiro grau; todos os recém-nascidos apresentaram Apgar =7 no 5º minuto e um bebê foi removido para o hospital com seis horas de vida, devido a arritmia cardíaca. O uso criterioso de intervenções obstétricas e neonatais no parto domiciliar e a produção de evidências científicas sobre sua segurança podem contribuir para a transformação do atual modelo de assistência ao parto no Brasil. Abstract in spanish La hospitalización de todas las parturientas, en el nombre de la seguridad y el bienestar de madre y bebé, introdujo una asistencia mecánica, impersonal e intervencionista en el parto, haciendo resurgir el parto domiciliario. La literatura sobre este tema es escasa, justificando la producción de datos sobre los nacimientos en el hogar. El objetivo fue describir el proceso y los resultados maternos y neonatales en partos domiciliarios planificados. Se recogieron datos (more) de 70 partos atendidos por enfermeras obstétricas. Los resultados indicaron: 61,4% de las mujeres tenían edad = 30 años; 71,4% tenían educación superior; 97,1% vivían con la pareja; 64,3% eran empleadas; 54,3% eran primíparas; tasa de transferencia materna al hospital de 5,7% por indicación obstétrica y de 14,3% por demanda de la mujer; 92,9% fueron partos normales; 63,6% optaron por posiciones verticales; 57,5% tuvieron perineo intacto o desgarro perineal de primer grado; todos los recién nacidos tuvieron Apgar = 7 a los 5 minutos y un bebé fue trasladado al hospital, por arritmia cardiaca. El uso juicioso de intervenciones obstétricas y neonatales en los partos domiciliarios y la producción de evidencias científicas sobre su seguridad pueden contribuir a la transformación del modelo actual de atención del parto en Brasil. Abstract in english The hospitalization of all women in labour, in the interests of the safety and well-being of mother and baby introduced mechanical, impersonal and interventionist childbirth care, leading to seeing homebirth as an alternative for women seeking a natural approach during birth. The literature on the subject is scarce, justifying the production of data on homebirths. The aim was to describe the process and maternal and neonatal outcomes in planned homebirths. Data were colle (more) cted from 70 births attended by midwives, in Sao Paulo, Brazil. The results indicated that 61.4% of women were 30 years old or more, 71.4% had higher education, 97.1% lived with a partner, 64.3% performed paid work, 54.3% were nulliparous, and the rate of maternal transfer to hospital was 5.7% due to complications in labour and 14.3% on request; 92.9% were normal deliveries, 63.6% chose vertical positions and 57.5% had an intact perineum or first-degree laceration, all newborns had Apgar scores = 7 at 5 minutes and one baby was transferred to the hospital due to cardiac arrhythmia. Judicious use of obstetrical and neonatal interventions in homebirths and scientific evidence about their safety can contribute to transformation of the current model of childbirth in Brazil.

Colacioppo, Priscila Maria; Koiffman, Márcia Duarte; Riesco, Maria Luiza Gonzalez; Schneck, Camilla Alexsandra; Osava, Ruth Hitomi

2010-12-01

216

IGF-I e IgG séricos e nas secreções lácteas em vacas tratadas com rbST no período pré-parto IGF-I and IgG serum concentrations and in mammary secretions in cows treated with rbST prepartum  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Foram utilizadas 42 vacas holandesas gestantes e multíparas, distribuídas ao acaso em dois grupos, com o objetivo de se determinar possíveis alterações na concentração de IGF-I no colostro e nas secreções lácteas em resposta a mudanças na concentração sérica de IGF-I pré-parto, além de se avaliar comparativamente a flutuação sérica pré-parto de IGF-I em relação a IgG. O grupo tratado (n=21) recebeu 500 mg de somatotropina bovina recombinante (rbST) e o grupo controle (n=21) injeções de vitamina E. Os tratamentos foram iniciados 35 dias pré-parto e repetidos a cada 14 dias até o parto. Semanalmente, até o parto, avaliou-se o escore corporal (EC) e coletaram-se amostras de sangue da veia mamária. Foram amostrados o colostro e as secreções lácteas diariamente por sete dias pós-parto. O EC e a concentração sérica de ácidos graxos não-esterificados não diferiram entre os grupos. O grupo rbST apresentou maiores concentrações séricas de IGF-I na segunda e quarta semanas após o início dos tratamentos, não sendo encontradas diferenças entre os tratamentos ao parto. A concentração de IGF-I foi superior no colostro das vacas tratadas com rbST, não diferindo nas secreções subseqüentes. As concentrações séricas de IgG não diferiram entre tratamentos durante todo o período experimental, assim como as do colostro e demais secreções lácteas. As concentrações séricas de IGF-I e IgG variaram em função do período experimental, diferindo na amplitude e refletindo as grandes mudanças que ocorrem no último mês de gestação.Forty-two Holstein cows, pregnants and multiparous, wereassigned randomly to two groups to determine the possible alterations of IGF-I concentration in colostro and mammary secretions by changes in pre-partum blood serum IGF-I concentration, and also to compare its temporal changes with the serum immunoglobulin G (IgG) in pre-partum period. The treated group (n=21) received 500 mg of recombinant bovine somatotropin (rbST), and the control group (n=21) vitamin E injections. The treatments had been initiated 35 days pre-partum and repeated each 14 days until partum. Weekly it was evaluated body condition scores and was collected blood by mammary venepuncture until partum. Colostrum and mammary secretions were collected daily for seven days pos-partum. Body condition scores and nonesterified fatty acid concentration did not differ between the groups. To the rbST group IGF-I concentration was superior on second and fourth weeks after the treatment had been initiated. However, no treatment differences were found at partum. Concentration of IGF-I was superior in colostrum of cows treated with rbST, but it did not differ in subsequent mammary secretions. IgG serum concentration did not differ between treatments during the experimental period, neither in colostrum and subsequent mammary secretions. IGF-I and IgG serum concentrations showed different responses according to the experimental period, which differed at the range and reflected the main changes that happened at the last month of gestation.

Patricia Pauletti; Adriana Regina Bagaldo; Liris Kindlein; Cláudia Cristina Paro de Paz; Dante Pazzanese Duarte Lanna; Raul Machado Neto

2005-01-01

217

IGF-I e IgG séricos e nas secreções lácteas em vacas tratadas com rbST no período pré-parto/ IGF-I and IgG serum concentrations and in mammary secretions in cows treated with rbST prepartum  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese Foram utilizadas 42 vacas holandesas gestantes e multíparas, distribuídas ao acaso em dois grupos, com o objetivo de se determinar possíveis alterações na concentração de IGF-I no colostro e nas secreções lácteas em resposta a mudanças na concentração sérica de IGF-I pré-parto, além de se avaliar comparativamente a flutuação sérica pré-parto de IGF-I em relação a IgG. O grupo tratado (n=21) recebeu 500 mg de somatotropina bovina recombinante (rbST) e (more) o grupo controle (n=21) injeções de vitamina E. Os tratamentos foram iniciados 35 dias pré-parto e repetidos a cada 14 dias até o parto. Semanalmente, até o parto, avaliou-se o escore corporal (EC) e coletaram-se amostras de sangue da veia mamária. Foram amostrados o colostro e as secreções lácteas diariamente por sete dias pós-parto. O EC e a concentração sérica de ácidos graxos não-esterificados não diferiram entre os grupos. O grupo rbST apresentou maiores concentrações séricas de IGF-I na segunda e quarta semanas após o início dos tratamentos, não sendo encontradas diferenças entre os tratamentos ao parto. A concentração de IGF-I foi superior no colostro das vacas tratadas com rbST, não diferindo nas secreções subseqüentes. As concentrações séricas de IgG não diferiram entre tratamentos durante todo o período experimental, assim como as do colostro e demais secreções lácteas. As concentrações séricas de IGF-I e IgG variaram em função do período experimental, diferindo na amplitude e refletindo as grandes mudanças que ocorrem no último mês de gestação. Abstract in english Forty-two Holstein cows, pregnants and multiparous, wereassigned randomly to two groups to determine the possible alterations of IGF-I concentration in colostro and mammary secretions by changes in pre-partum blood serum IGF-I concentration, and also to compare its temporal changes with the serum immunoglobulin G (IgG) in pre-partum period. The treated group (n=21) received 500 mg of recombinant bovine somatotropin (rbST), and the control group (n=21) vitamin E injections (more) . The treatments had been initiated 35 days pre-partum and repeated each 14 days until partum. Weekly it was evaluated body condition scores and was collected blood by mammary venepuncture until partum. Colostrum and mammary secretions were collected daily for seven days pos-partum. Body condition scores and nonesterified fatty acid concentration did not differ between the groups. To the rbST group IGF-I concentration was superior on second and fourth weeks after the treatment had been initiated. However, no treatment differences were found at partum. Concentration of IGF-I was superior in colostrum of cows treated with rbST, but it did not differ in subsequent mammary secretions. IgG serum concentration did not differ between treatments during the experimental period, neither in colostrum and subsequent mammary secretions. IGF-I and IgG serum concentrations showed different responses according to the experimental period, which differed at the range and reflected the main changes that happened at the last month of gestation.

Pauletti, Patricia; Bagaldo, Adriana Regina; Kindlein, Liris; Paz, Cláudia Cristina Paro de; Lanna, Dante Pazzanese Duarte; Machado Neto, Raul

2005-06-01

218

Colecistectomía transvaginal (NOTES) combinada con minilaparoscopia/ Transvaginal cholecystectomy (NOTES) combined with minilaparoscopy  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in spanish Objetivo: comunicar la primera colecistectomía transvaginal realizada en humanos en nuestro país. Pacientes y métodos: mujer de 35 años de edad con historia de cólicos hepáticos de repetición de etiología litiásica. La intervención la realizó un equipo multidisciplinar constituido por cirujanos, gastroenterólogos y ginecólogos. Consistió en crear un neumoperitoneo mediante una aguja de Veres colocada en el fondo umbilical con posterior colocación de un tró (more) car de 5 mm. Se colocó un segundo trócar de 3 mm en el hipocondrio derecho. Se realizó una colpotomía y colocación de un trócar vaginal de 12 mm que permitió el paso de un videogastroscopio que alcanzó el hilio hepático. Resultados: se realizó la colecistectomía mediante la acción conjunta de instrumentos de trabajo que pasaron por las puertas de entrada de la minilaparoscopia y por el videogastroscopio. La extracción de la vesícula se realizó por vía transvaginal mediante el videogastroscopio. No aparecieron complicaciones postoperatorias siendo la paciente dada de alta al cabo de 24 horas. Conclusiones: la colecistectomía transvaginal mediante la acción conjunta de un equipo multidiscliplinar es posible y segura. La cirugía endoscópica transluminal a través de orificios naturales (NOTES), es una modalidad emergente que intenta ser menos invasiva, mejor tolerada y más respetuosa con el daño estético que la cirugía laparoscópica y probablemente será la puerta de entrada de innovaciones médicas y tecnológicas de gran trascendencia durante los próximos años. Abstract in english Objective: to report on the first transvaginal cholecystectomy performed on a human being in Spain. Patients and methods: a 35-year-old female with a history of recurrent bouts of biliary pain resulting from gallstones. A surgical procedure was performed by a multidisciplinary team composed of surgeons, gastroenterologists, and gynecologists. It involved creating a pneumoperitoneum by placing a Veres needle in the umbilical fundus, followed by the insertion of a 5-mm troc (more) ar. A second 3-mm trocar was placed in the right upper quadrant. A colpotomy was performed, and a 12-mm trocar placed inside the vagina allowed the insertion of a videogastroscope as far as the hilum of the liver. Results: cholecystectomy was performed by using a combination of working tools inserted through the entry port for the minilaparoscopy and the videogastroscope. The gallbladder was removed transvaginally through the videogastroscope. There were no postoperative complications, and the patient was discharged within 24 hours. Conclusions: transvaginal cholecystectomy is possible and safe when performed by a multidisciplinary team working together. Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) is an emerging modality that seeks to be less invasive, better tolerated, and more respectful of esthetics than laparoscopic surgery. It will probably open the way for very important medical and technological innovations over the coming years.

Dolz, C.; Noguera, J. F.; Martín, A.; Vilella, A.; Cuadrado, A.

2007-12-01

219

Colecistectomía transvaginal (NOTES) combinada con minilaparoscopia Transvaginal cholecystectomy (NOTES) combined with minilaparoscopy  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objetivo: comunicar la primera colecistectomía transvaginal realizada en humanos en nuestro país. Pacientes y métodos: mujer de 35 años de edad con historia de cólicos hepáticos de repetición de etiología litiásica. La intervención la realizó un equipo multidisciplinar constituido por cirujanos, gastroenterólogos y ginecólogos. Consistió en crear un neumoperitoneo mediante una aguja de Veres colocada en el fondo umbilical con posterior colocación de un trócar de 5 mm. Se colocó un segundo trócar de 3 mm en el hipocondrio derecho. Se realizó una colpotomía y colocación de un trócar vaginal de 12 mm que permitió el paso de un videogastroscopio que alcanzó el hilio hepático. Resultados: se realizó la colecistectomía mediante la acción conjunta de instrumentos de trabajo que pasaron por las puertas de entrada de la minilaparoscopia y por el videogastroscopio. La extracción de la vesícula se realizó por vía transvaginal mediante el videogastroscopio. No aparecieron complicaciones postoperatorias siendo la paciente dada de alta al cabo de 24 horas. Conclusiones: la colecistectomía transvaginal mediante la acción conjunta de un equipo multidiscliplinar es posible y segura. La cirugía endoscópica transluminal a través de orificios naturales (NOTES), es una modalidad emergente que intenta ser menos invasiva, mejor tolerada y más respetuosa con el daño estético que la cirugía laparoscópica y probablemente será la puerta de entrada de innovaciones médicas y tecnológicas de gran trascendencia durante los próximos años.Objective: to report on the first transvaginal cholecystectomy performed on a human being in Spain. Patients and methods: a 35-year-old female with a history of recurrent bouts of biliary pain resulting from gallstones. A surgical procedure was performed by a multidisciplinary team composed of surgeons, gastroenterologists, and gynecologists. It involved creating a pneumoperitoneum by placing a Veres needle in the umbilical fundus, followed by the insertion of a 5-mm trocar. A second 3-mm trocar was placed in the right upper quadrant. A colpotomy was performed, and a 12-mm trocar placed inside the vagina allowed the insertion of a videogastroscope as far as the hilum of the liver. Results: cholecystectomy was performed by using a combination of working tools inserted through the entry port for the minilaparoscopy and the videogastroscope. The gallbladder was removed transvaginally through the videogastroscope. There were no postoperative complications, and the patient was discharged within 24 hours. Conclusions: transvaginal cholecystectomy is possible and safe when performed by a multidisciplinary team working together. Natural orifice transluminal endoscopic surgery (NOTES) is an emerging modality that seeks to be less invasive, better tolerated, and more respectful of esthetics than laparoscopic surgery. It will probably open the way for very important medical and technological innovations over the coming years.

C. Dolz; J. F. Noguera; A. Martín; A. Vilella; A. Cuadrado

2007-01-01

220

Participação do acompanhante na humanização do parto e sua relação com a equipe de saúde  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available A humanização é entendida como responsabilização mútua entre serviços de saúde e a comunidade e consiste em acolhimento e resolutividade. O objetivo deste artigo foi refletir sobre a participação do acompanhante na humanização do parto e nascimento e sobre a sua interface com a equipe de saúde. Reflexão baseada na experiência dos pesquisadores e na literatura atualizada. Organizou-se o texto com abordagem nas temáticas: a participação do acompanhante na humanização do parto e nascimento e o acompanhante no processo de parturição e sua interface com a equipe de saúde. O atendimento humanizado é importante para que o parto seja uma experiência satisfatória e segura para a mulher e seu filho. Entre asmedidas do parto humanizado destaca-se o direito da mulher decidir pelo parto natural e de ser acompanhada durante o processo de parturição. A relação entre o acompanhante e a equipe de saúde é complexa, dada a limitação de sua participação no contexto do parto. Trata-se de processo em construção, envolvendo aspectos físico-ambientais das instituições de saúde, qualificação dos profissionais de saúde e da própria cultura das usuárias, que mantém muito arraigada a atitude submissa diante de seus direitos como cidadãs.

Cristiane Silva Mendonça Longo; Lourdes Maria Silva Andraus; Maria Alves Barbosa

2010-01-01

 
 
 
 
221

A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar La vivencia de mujeres en el parto domiciliar y hospitalario Women experience with home and hospital childbirth  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Estudo com abordagem qualitativa, objetivando compreender na vivência das mulheres a experiência do parto normal domiciliar e hospitalar bem como discutir a vivência das mulheres nos dois tipos de partos. Os sujeitos do estudo foram sete mulheres multíparas residentes em Batalha PI, e o instrumento utilizado foi um roteiro semi-estruturado com a técnica da entrevista. Os resultados revelaram que os partos domiciliares vivenciados pelas mulheres aconteceram mais rápido, de forma natural, sem intervenções e assistidos por parteiras ou por suas mães. As posições de preferência durante o parto domiciliar foram na rede e no assento, e os partos hospitalares foram laboriosos, complicados e com intervenções traumáticas. A melhor posição e o melhor local do parto escolhidos pelas entrevistadas foram na rede e o domicílio, respectivamente. Conclui-se que o parto domiciliar foi natural e humanizado, já o parto normal hospitalar foi conduzido pelos profissionais com intervenções sem a participação ativa das parturientes, tornando-o traumático, desumano e de risco.Estudio con abordaje cualitativo, objetivando entender la experiencia de mujeres en parto natural en el domicilio y en el hospital, en cuanto se discute la experiencia de las mujeres en ambos tipos de parto. Los sujetos del estudio fueron siete mujeres multiparas que viven en Batalha - Piauí - Brasil, y los instrumentos usados fueran un guión semi-estructurado con la técnica de la entrevista. Los resultados revelaron que los partos en el domicilio experimentados por las mujeres sucedieron más rápidamente, de una manera natural, sin intervenciones y asistido por parteras o por sus madres. Las posiciones preferidas durante el parto en el domicilio fueron en la red y en el asiento, y los partos en el hospital fueran laboriosos, complicados y con intervenciones traumáticas. La mejor posición y la mejor localización del parto, escogidos por las entrevistadas, fueron la red y el domicilio, respectivamente. Se ha concluido que el parto en el domicilio es natural y humanizado, pero el parto en el hospital fue conducido por los profesionales con intervenciones sin la participación activa de la mujer embarazada, tornándolo traumático, deshumano y de riesgo.Qualitative study that aimed to understand the experience of women in natural childbirth at home and at the hospital, as to argue the experience of the women in the both types of birth. The subjects of the study was seven multiparous women that lives in Batalha Piauí Brazil, and the used instruments were a half structurized script in a interview. The results revealed that the births at home experienced by women happened faster, in a natural way, without intervention and assisted by midwives or the mother of these women. The positions preferred during the birth at home was in a net and in a seat, and the births at the hospital was difficult, complicated and with traumatic interventions. The best position and the best location of birth, choused by the interviewed women, were the net and the birth at home, respectively. It was concluded that the birth at home was natural and humanized, but the birth at the hospital was conducted by professionals with interventions without the active participation of the pregnant woman, making it traumatic, inhuman and with risk.

Cilene Delgado Crizóstomo; Inez Sampaio Nery; Maria Helena Barros Luz

2007-01-01

222

Parto normal e cesária: representações de mulheres que vivenciaram as duas experiências  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O fenômeno do parto existe desde o surgimento da humanidade e representa a finalização do processo pelo qual se garante a perpetuação da espécie. Este estudo objetiva conhecer elementos da representação social acerca do parto na perspectiva de mulheres que vivenciaram partos normal e cirúrgico. Trata-se de uma pesquisa de campo, qualitativa e descritiva, a qual utiliza a Teoria das Representações Sociais como referencial teórico-metodológico. Os dados foram obtidos a partir de entrevista aberta em profundidade com secundíparas atendidas em maternidade pública municipal localizada em Goiânia entre julho e agosto de 2006. A análise se deu pelo software ALCESTE 4.5. Emergiram dois eixos e cinco classes. O que se apreende quanto aos elementos importantes representacionais do parto é sua estruturação em três pilares, um relacionado aos elementos negativos, outro a parte positiva, e o último constituído por aspectos ligados à sua institucionalização. O parto continua sendo visto como uma experiência esperada, única e relevante na vida das mulheres, apesar da manifestação da dor, e a hospitalização buscada como segurança para o processo da parturição.

Denismar Borges de Miranda; Fátima Cândida da Silva Bortolon; Maria Eliane Liégio Matão; Pedro Humberto de Faria Campos

2008-01-01

223

Transtornos psiquiátricos no pós-parto/ Postpartum psychiatric disorders  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVO: O pós-parto é um período de alterações biológicas, psicológicas e sociais. Essa é considerada a época mais vulnerável para a ocorrência de transtornos psiquiátricos. A disforia puerperal, a depressão pós-parto e a psicose pós-parto têm sido classicamente relacionadas ao pós-parto. Atualmente, tem sido observado que os transtornos ansiosos também estão associados a esse período. MÉTODO: Neste artigo é feita uma revisão da bibliografia acerc (more) a de transtornos psiquiátricos no pós-parto a partir de artigos encontrados no PubMed e no SciELO entre os anos de 2000 e 2009. Livros, teses e outros artigos considerados relevantes citados no material consultado também foram incluídos. RESULTADOS: A disforia puerperal ocorre em 50% a 85% das mulheres, o quadro é leve e transitório e não requer tratamento. A depressão pós-parto tem prevalência em torno de 13%, pode causar repercussões negativas na interação mãe-bebê e em outros aspectos da vida da mulher e deve ser tratada. A psicose pós-parto é rara, aparecendo em cerca de 0,2% das puérperas. Tem quadro grave que envolve sintomas psicóticos e afetivos, havendo risco de suicídio e infanticídio e geralmente requerendo internação hospitalar. Os transtornos ansiosos podem ser exacerbados ou precipitados no pós-parto, especialmente o transtorno de ansiedade generalizada, o transtorno de estresse pós-traumático e o transtorno obsessivo-compulsivo. CONCLUSÃO: Apesar de não serem reconhecidos como entidades diagnósticas pelos sistemas classificatórios atuais, os transtornos mentais no puerpério apresentam peculiaridades clínicas que merecem atenção por parte de clínicos e pesquisadores. Abstract in english OBJECTIVE: The postpartum period is marked by biological, psychological and social changes. Women are considered most susceptible to psychiatric disorders during the postpartum period. Puerperal blues, postpartum depression and postpartum psychosis have been classically associated to the postpartum. Anxiety disorders have also recently been associated to this period. METHOD: The present article reports a review of the literature on postpartum psychiatric disorders based o (more) n articles found on the PubMed and SciELO databases, published between 2000 and 2009. Relevant books, theses and other articles cited in the articles found were also included in this review. RESULTS: Puerperal dysphoria occurs in 50% to 85% of women following childbirth and is typically mild and transient in nature and requires no treatment. Postpartum depression has a prevalence rate of around 13% and can have negative repercussions on mother-infant interaction and other life events and must therefore be treated. Postpartum psychosis is rare, occurring in approximately 0.2% of puerperium cases. This condition is severe with psychotic and affective symptoms as well as risk of suicide and infanticide. Postpartum psychosis patients generally require hospital treatment. Anxiety disorders may be exacerbated or precipitated during the postpartum, particularly generalized anxiety disorder, post-traumatic stress disorder and compulsive-obsessive disorder. DISCUSSION: Although not recognized as distinct diagnostic entities under current classification systems, mental disorders during the puerperium present clinical features which warrant the attention of clinicians and researchers.

Cantilino, Amaury; Zambaldi, Carla Fonseca; Sougey, Everton Botelho; Rennó Jr., Joel

2010-01-01

224

Transtornos psiquiátricos no pós-parto Postpartum psychiatric disorders  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: O pós-parto é um período de alterações biológicas, psicológicas e sociais. Essa é considerada a época mais vulnerável para a ocorrência de transtornos psiquiátricos. A disforia puerperal, a depressão pós-parto e a psicose pós-parto têm sido classicamente relacionadas ao pós-parto. Atualmente, tem sido observado que os transtornos ansiosos também estão associados a esse período. MÉTODO: Neste artigo é feita uma revisão da bibliografia acerca de transtornos psiquiátricos no pós-parto a partir de artigos encontrados no PubMed e no SciELO entre os anos de 2000 e 2009. Livros, teses e outros artigos considerados relevantes citados no material consultado também foram incluídos. RESULTADOS: A disforia puerperal ocorre em 50% a 85% das mulheres, o quadro é leve e transitório e não requer tratamento. A depressão pós-parto tem prevalência em torno de 13%, pode causar repercussões negativas na interação mãe-bebê e em outros aspectos da vida da mulher e deve ser tratada. A psicose pós-parto é rara, aparecendo em cerca de 0,2% das puérperas. Tem quadro grave que envolve sintomas psicóticos e afetivos, havendo risco de suicídio e infanticídio e geralmente requerendo internação hospitalar. Os transtornos ansiosos podem ser exacerbados ou precipitados no pós-parto, especialmente o transtorno de ansiedade generalizada, o transtorno de estresse pós-traumático e o transtorno obsessivo-compulsivo. CONCLUSÃO: Apesar de não serem reconhecidos como entidades diagnósticas pelos sistemas classificatórios atuais, os transtornos mentais no puerpério apresentam peculiaridades clínicas que merecem atenção por parte de clínicos e pesquisadores.OBJECTIVE: The postpartum period is marked by biological, psychological and social changes. Women are considered most susceptible to psychiatric disorders during the postpartum period. Puerperal blues, postpartum depression and postpartum psychosis have been classically associated to the postpartum. Anxiety disorders have also recently been associated to this period. METHOD: The present article reports a review of the literature on postpartum psychiatric disorders based on articles found on the PubMed and SciELO databases, published between 2000 and 2009. Relevant books, theses and other articles cited in the articles found were also included in this review. RESULTS: Puerperal dysphoria occurs in 50% to 85% of women following childbirth and is typically mild and transient in nature and requires no treatment. Postpartum depression has a prevalence rate of around 13% and can have negative repercussions on mother-infant interaction and other life events and must therefore be treated. Postpartum psychosis is rare, occurring in approximately 0.2% of puerperium cases. This condition is severe with psychotic and affective symptoms as well as risk of suicide and infanticide. Postpartum psychosis patients generally require hospital treatment. Anxiety disorders may be exacerbated or precipitated during the postpartum, particularly generalized anxiety disorder, post-traumatic stress disorder and compulsive-obsessive disorder. DISCUSSION: Although not recognized as distinct diagnostic entities under current classification systems, mental disorders during the puerperium present clinical features which warrant the attention of clinicians and researchers.

Amaury Cantilino; Carla Fonseca Zambaldi; Everton Botelho Sougey; Joel Rennó Jr.

2010-01-01

225

Avaliação da Freqüência Cardíaca Embriofetal no Primeiro Trimestre da Gestação por meio da Ultra-sonografia Transvaginal com Doppler Colorido e Pulsátil Assessment of Embryo Heart Rate in Early Pregnancy by Transvaginal Ultrasonography with Color and Pulsed Doppler  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Objetivos: avaliar a evolução da freqüência cardíaca embrio-fetal no primeiro trimestre da gestação e determinar sua curva de normalidade. Pacientes e Métodos: em estudo prospectivo foram avaliadas 206 pacientes com diagnóstico clínico e/ou ultra-sonográfico de gestação no primeiro trimestre, por meio de exame ultra-sonográfico transvaginal com Doppler colorido, utilizando-se equipamento da marca Aloka, modelo SSD-2000, com sonda transvaginal convexa na freqüência de 5,0 MHz, todos realizados por um mesmo examinador. Foi determinada a freqüência cardíaca embriofetal. As pacientes foram divididas em grupos de acordo com a idade gestacional, em intervalos de 0,5 semana a partir da 6ª semana de gestação. Foi avaliada a evolução da gestação mediante realização de exame ultra-sonográfico de rotina no final do 2º e 3º trimestre. Foram calculados as médias e desvios-padrão para cada idade gestacional avaliada. Resultados: foi possível determinar a curva de normalidade para a freqüência cardíaca embriofetal. A média da freqüência cardíaca embriofetal apresentou modificações com a evolução da idade gestacional, variando de 110 ± 14 bpm com 6,0 semanas a 150 ± 12 bpm com 14,0 semanas, compatíveis com as fases do desenvolvimento e maturação funcional cardíaca. Conclusões: a ultra-sonografia transvaginal com Doppler colorido tornou possível a avaliação cardiovascular da gestação inicial, sendo um método não-invasivo e inócuo para o embrião. Os valores determinados poderão ser utilizados em estudos futuros neste período gestacional.Purpose: to evaluate the evolution in the embryo heart rate in the first trimester of pregnancy. Patients and Methods: in a prospective study 206 pregnant women were evaluated in the first trimester of pregnancy, by transvaginal color Doppler sonography, using Aloka, SSD-2000 apparatus, with a 5-MHz transvaginal transducer. All examinations were performed by the same examiner, with the determination of embryo heart rate. The patients were classified into groups according to the gestational age, in half-week intervals from the 5th week of pregnancy on. Pregnancy outcome was evaluated by ultrasonography at the end of second and third trimesters. Mean and standard deviation were determined for each evaluated gestational age. Results: it was possible to determine normal values for embryo heart rate. Mean embryo heart rate showed changes with gestational age, ranging from 110 ± 14 bpm at the 6.0th week to 150 ± 12 bpm at the 14.0th week. Conclusions: transvaginal pulsed color Doppler equipment enabled cardiovascular evaluation in early pregnancy, being a noninvasive method and innocuous to the embryo. These values would be useful in new studies on dopplervelocimetry in this period of pregnancy.

Cláudia Lemos da Silva; Luiz Antônio Bailão

2000-01-01

226

Equidade inversa e desigualdades no acesso à tecnologia no parto em Santa Catarina, Brasil, 2000 a 2004 Inverse equity and inequalities in the use of technology in childbirth, in Santa Catarina, Brazil, 2000 to 2004  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVOS: investigar a evolução temporal das taxas de cesariana e fatores associados em Santa Catarina, no período de 2000 a 2004. MÉTODOS: foram utilizados dados do Sistema de Informações de Nascidos Vivos. As variáveis analisadas foram: escolaridade, idade materna, etnia/cor da pele do recém-nascido, duração da gestação e número de consultas pré-natal. Razões de prevalência de cesariana, brutas e ajustadas para confundimento, foram estimadas para cada uma das variáveis utilizando Regressão de Poisson. RESULTADOS: as taxas encontradas para o período foram o triplo daquelas preconizadas pela Organização Mundial de Saúde e aumentaram de 43,3% em 2000 para 50,6% em 2004. Para todo o período razões de prevalência brutas e ajustadas mostraram-se positivamente associadas ao mais alto grau de escolaridade (R Paj=1,50; IC95%: 1,47-1,52), idade mais elevada (R Paj=2,10; IC95%: 2,05-2,15), maior freqüência ao pré-natal (RPaj=1,27; IC95%: 1,26-1,29), partos pré-termo (RPaj=1,10; IC95%: 1,06-1,13) e pós-termo (RPaj=1,22; IC95%: 1,14-1,30) e proteção para as etnias "indígena" (RPaj=0,79; IC95%: 0,75-0,85) e "não branca" (RPaj=1,10; IC95%: 1,06-1,14). Uma diminuição significante nas RPs ajustadas ao comparar os extremos do período (2000 e 2004) apareceu para quase todas as categorias estudadas. CONCLUSÕES: as taxas de cesariana encontradas estão bem acima daquelas justificando indicações estritamente médicas. Uma diminuição nas RPs ao comparar os extremos do período nos remete a uma redução temporal nos efeitos da "equidade inversa", provável reflexo de um maior acesso à tecnologia no parto entre as camadas de menor padrão socioeconômico, pelo menos em parte atribuível a uma maior liberalidade da prática obstétrica, incluindo uma ampliação das indicações médicas.OBJECTIVES: to investigate changes over time and factors associated with caesarean section rates in the State of Santa Catarina, Brazil, between 2000 and 2004. METHODS: data from the Live Births National Information System for the State of Santa Catarina were used. The variables analyzed were maternal age and literacy, ethnicity/skin color of the newborn, duration of gestation and number of prenatal consultations. Crude and adjusted prevalence rates were estimated for each of the variables using Poisson regression. RESULTS: rates for the period were three times higher of those accepted by the World Health Organization and increased from 43.3% in 2000 to 50.6% in 2004. For the whole period (2000-2004) prevalence rates, both crude and adjusted, were found to be positively associated with higher maternal literacy (PRadj=1.50; 95%CI: 1.47-1,52), older age (PRadj=2.10; 95%CI: 2.05-2.15), greater number of prenatal consultations (PRaj=1.27; 95%CI: 1.26-1.29), pre-term (PRadj=1.10; 95%CI: 1.06-1.13) and post-term deliveries (PRadj=1.22; 95%CI: 1.14-1.30), and protection for the indigenous (PRadj=0.79; 95%CI: 0.75-0.85) and "non-white" newborns (PRadj=1.10; CI95%: 1.06-1.14). A significant decrease in the adjusted prevalence ratios (PRs) when comparing the extremes in the period (2000 and 2004) appeared for all variables and categories. CONCLUSIONS: the caesarean section rates were well above those justified for medical reasons alone. The decrease in the caesarean section PRs when comparing extremes during the period calls attention to a reduction in the effects of the "inverse equity" probably connected to a higher access to childbirth technology among women of lower socio-economic status, at least partly attributable to more liberal use of this technology in obstetrical practice, including more widespread medical recommendation of caesarean section.

Julio César de Souza Junior; Nádia Kunkel; Marcius de Almeida Gomes; Paulo Fontoura Freitas

2007-01-01

227

Transvaginal trucut biopsy in patients with abdominopelvic mass.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

OBJECTIVE: To perform an abdominopelvic or pelvic mass biopsy as an office procedure, as an alternative to laparoscopic biopsy. METHODS: A transvaginal trucut biopsy using a disposable biopsy needle was carried out in 5 cases. RESULTS: The biopsy gave a clear diagnosis of ovarian cancer in 2 cases, non-tubercular inflammation in 2 cases and tuberculosis in 1 case. CONCLUSIONS: In the developing world, transvaginal trucut biopsy is an important method for diagnosis.

Sheth SS; Angirish J

1995-07-01

228

Resultados maternos e neonatais em Centro de Parto Normal peri-hospitalar na cidade de São Paulo, Brasil/ Maternal and perinatal outcomes of an alongside hospital Birth Center in the city of São Paulo, Brazil/ Resultados maternos y neonatales en un Centro de Parto Normal perihospitalario en la ciudad de São Paulo, Brasil  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O objetivo foi descrever os resultados maternos e perinatais da assistência no Centro de Parto Normal Casa de Maria (CPN-CM), na cidade de São Paulo. A amostra probabilística foi de 991 parturientes e seus recém-nascidos, assistidos entre 2003 e 2006. Os resultados mostraram que 92,2% das parturientes tiveram um acompanhante de sua escolha e as práticas mais utilizadas no parto foram banho de aspersão ou imersão (92,9%), amniotomia (62,6%), deambulação (47,6%), m (more) assagem de conforto (29,8%) e episiotomia (25,7%). Com relação aos recém-nascidos, 99,9% apresentaram índice de Apgar = 7 no quinto minuto; 9,3% receberam aspiração das vias aéreas superiores; nenhum necessitou ser entubado; e 1,4% foram removidos para o hospital. O modelo de assistência praticado no CPN-CM apresenta resultados maternos e perinatais esperados para mulheres com baixo risco obstétrico, sendo alternativa segura e menos intervencionista no parto normal. Abstract in spanish El objetivo fue describir los resultados de la atención materna y perinatal en el Centro de Parto Normal Casa de María (CPN-CM), en la ciudad de São Paulo, Brasil. La muestra probabilística se constituyó de 991 madres y sus recién nacidos, atendidos entre 2003 y 2006. Los resultados mostraron que 92,2% de las madres tenía un acompañante de su elección y las prácticas más utilizadas en el parto fueron el baño de aspersión o inmersión (92,9%), la amniotomía ( (more) 62,6%), ambulación (47,6%), masaje de confortación (29,8%) y episiotomía (25,7%). Con respecto a los recién nacidos, el 99,9% presentaba índice de Apgar = 7 en el minuto cinco, el 9,3% recibió aspiración de las vías aéreas superiores, ninguno necesitó ser entubado y el 1,4% fue trasladado a un hospital. El modelo de atención practicado en el CPN-CN presenta resultados maternos y perinatales esperados para mujeres con bajo riesgo obstétrico, demostrando ser una alternativa segura y menos invasiva en el parto normal. Abstract in english The aim of this study was to describe the maternal and perinatal results of care in the alongside hospital birth center Casa de Maria (CPN-CM), located in the city of São Paulo. The random sample included 991 women and their newborns, attended between 2003 and 2006. The results showed that 92.2% of women had a companion of her choice during childbirth and the practices commonly used were shower or immersion bath (92.9%), amniotomy (62.6%), walking (47.6%), massage comfor (more) t (29.8%) and episiotomy (25.7%). Regarding newborns, 99.9% of them had Apgar scores =7 in the fifth minute, 9.3% received aspiration of the upper airway, no one needed to be intubated and 1.4% were removed to the hospital. The model of care in the CPN-CM provides maternal and perinatal outcomes expected for low obstetric risk women, and means a safe option and less interventionist model in normal childbirth.

Lobo, Sheila Fagundes; Oliveira, Sonia Maria Junqueira Vasconcellos de; Schneck, Camilla Alexsandra; Silva, Flora Maria Barbosa da; Bonadio, Isabel Cristina; Riesco, Maria Luiza Gonzalez

2010-09-01

229

Freqüência de testagem rápida para o HIV durante a admissão para o parto em puérperas no Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP/ HIV testing prevalence during antenatal care in women admitted for delivery at the Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira, IMIP  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese OBJETIVOS: determinar a prevalência da testagem anti-HIV no pré-natal e internamento para o parto e identificar fatores associados à realização e recebimento do resultado dos testes em parturientes. MÉTODOS: estudo descritivo, com 400 puérperas atendidas no Centro de Atenção à Mulher do IMIP Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira, IMIP. RESULTADOS: chegaram à admissão para o parto sem o resultado do teste anti-HIV, 154 (38,5%) mulheres. Dessas, foi (more) solicitado "teste rápido" em 134 (87,0%), porém só foram colhidos em 130 (84,5%). Observou-se que: o número de consultas realizadas no pré-natal, (p=0,001) o número de profissionais que atenderam a mulher no pré-natal e a escolaridade (p=0,006) tiveram associação significativa com a realização do exame anti-HIV no pré-natal, mas não com o recebimento do mesmo. O aconselhamento e oferecimento do teste tanto no pré-natal como na admissão para o parto também apresentaram associação significativa com a realização do anti-HIV durante o pré-natal. CONCLUSÕES: a prevalência de testagem anti-HIV no pré-natal e/ou na triagem foi satisfatório no aspecto quantitativo, porém o recebimento do resultado tanto no pré-natal quanto na admissão para o parto , bem como o aconselhamento pós-teste, foi aquém do recomendado. Abstract in english OBJECTIVES: to determine HIV testing prevalence during antenatal care and hospital admission for delivery and identify factors associated to pregnant women testing and results delivery. METHODS: a descriptive study comprised of 400 puerperal women seen at the Women Care Center of Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira, IMIP. RESULTS: one hundred and fifty four (38.5%) women were admitted for delivery without having received the results of the anti-HIV test (more) . One hundred and thirty four women (87.0%) had been prescribed a "fast HIV test" but only 130 were tested (84.5%). The following was determined: the number of antenatal medical visits ((p

Morimura, Maria Celina Rocha; Mendes, Manoella Dantas Costa; Souza, Ariani Imperi de; Alencar, Luiz Cláudio Arraes de

2006-05-01

230

Post partum reproductive assessment in lowland Tapir (Tapirus terrestris): a case report/ Avaliação reprodutiva pós-parto em Tapir (Tapirus terrestris): relato de caso  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O tapir ou anta, descrito como o maior mamífero terrestre brasileiro, pertence à ordem Perissodactila, subordem Hippomorfa, superfamília Tapiroidea e família Tapiridae. Na floresta úmida está envolvido com a dispersão de sementes em função das características do tubo digestivo. O acompanhamento do ciclo estral permite avaliar e compreender a atividade reprodutiva nas espécies animais. Nos animais silvestres, o estresse da contenção pode interferir na própria (more) ciclicidade gonadal, uma das alternativas é o acompanhamento dos hormônios gonadais nas excretas. Buscamos neste trabalho o acompanhamento periódico da atividade gonadal através da quantificação de progesterona no leite. Utilizamos uma fêmea recém-parida no Zoológico de Araçatuba, da qual colhemos leite, esfregaço vaginal e temperatura retal. A progesterona foi quantificada por radioimunoensaio de fase sólida (Coat-a-Count, DPC®) com curva padrão fornecida pela F.A.O. O ensaio mostrou sensibilidade de 1,25 nmol/l com coeficiente de variação intra-ensaio de 15,36%. Durante a fase de lactação, a fêmea não apresentou níveis detectáveis de progesterona por 158 dias (de novembro a abril). O primeiro pico de produção foi de 2,3 nmol/l e apresentou duração de 5 dias. O segundo pico de 3,54 nmol/l teve uma duração de 23 dias. Setenta e quatro dias após o aparecimento da progesterona no leite a lactação cessou. Podemos concluir que a fêmea de tapir apresentou um período de anestro lactacional de aproximadamente 5 meses e voltou a ciclar no outono (abril) sugerindo pouca influência do fotoperíodo. A quantificação da progesterona no leite mostrou-se útil para o acompanhamento do ciclo estral na espécie, porém a variação da citologia vaginal e temperatura retal não apresentaram correlação com os níveis hormonais. Abstract in english The lowland tapir is the biggest Brazilian terrestrial mammal, which belongs to the order Perissodactyla, suborder Hippomorpha, superfamily Tapiroidea and a member of the family Tapiridae. At tropical forest the tapir is involved with seed dispersal. The knowledge of this wild animal reproductive cycle is one way to help its preservation. The stress due to restrain of captive or free-ranging wild animal in order to sample collection limits endocrine study once it can be h (more) azard for the estrous cycle. One possibility is to quantify gonadal hormones at the excreta. Progesterone milk levels were studied in a tapir housed at the Araçatuba Zoo, in São Paulo, Brazil. Milk samples, vaginal cytology and rectal temperature were collected during lactation. The progesterone was quantified by radioimmunoassay solid phase (Coat-a-Count, DPC®). The standard was supplied by CENA-FAO and the assay showed sensitivity of 1.25 nmol/L with intra-assay variation of 15.36%. During most of the lactation (November to June) the female showed no detectable levels of progesterone. After 158 days (from November to April) it was detected the first progesterone peak with 2.3 nmol/L that lasted for 5 days. The second progesterone peak of 3.54 nmol/L lasted for 23 days. The lactation ceased 74 days after the first milk progesterone surge. This animal showed a prolonged lactational anestrous period (nearly 5 months) and the return of gonadal cycle by fall suggested no positive photo-period influence. The milk progesterone quantification showed to be useful for reproductive cycle evaluation of this animal, although vaginal cytology and temperature fluctuation had no relationship with hormonal levels.

OLIVEIRA, Cláudio Alvarenga de; NOGUEIRA, Guilherme de Paula; CASTRO, João César Bedran de

2001-01-01

231

O parto: encontro com o sagrado/ Birth: a meeting with de sacred/ El parto: un encuentro con lo sagrado  

Scientific Electronic Library Online (English)

Full Text Available Abstract in portuguese O artigo objetiva apresentar a questão da humanização do parto em seus fundamentos culturais e antropológicos, com o intuito de acrescentar o ponto de vista não médico ao debate. Foram utilizados os pensamentos de dois conhecidos estudiosos das religiões: Rudolf Otto e Mircea Eliade, sendo que a malha teórica que estrutura a filosofia e a prática alquímica foi utilizada para analisar a experiência de uma mulher que com quarenta semanas de gestação inverte o r (more) oteiro previsto em busca de uma experiência de parto que se revelou extraordinária. O resultado da reflexão mostra as ramificações profundas que a humanização do parto implica para as mulheres, seja em termos da sua psicologia como de sua atuação como cidadã, mãe e mulher. Finaliza-se apontando os novos rumos que a humanização do parto acarreta para seus atores, enquanto movimento amplo de transformação do paradigma cultural e obstétrico. Abstract in spanish El artículo objetiva presentar la cuestión de la humanización del parto en sus fundamentos culturales y antropológicos, con la intención de añadir el punto de vista no médico al debate. Fueran utilizados los pensamientos de dos conocidos estudiosos de las religiones: Rudolf Otto y Mircea Eliade, pero fueran las referencias teóricas que forman la filosofía y la práctica alquímica que hay sido utilizadas para analizar a experiencia de una mujer quien a las cuaren (more) ta semanas de gestación invierte el camino previsto en la búsqueda de una experiencia de parto la cual se reveló como extraordinaria. El resultado de la reflexión muestra las profundas ramificaciones que la humanización del parto implica para las mujeres, sea en términos de su dimensión psicológica como de su actuación en cuanto ciudadana, madre y mujer. Finalizamos apuntando los nuevos rumbos que la humanización del parto acarrea para sus actores, en cuanto un amplio movimiento de transformación del paradigma cultural y obstétrico. Abstract in english The article intends to present the question of the humanization of birth in its cultural and anthropological foundations, in order to improve a non-medical point of view about its understanding. The analysis has been developed with the theoretical tools offered by the thoughts of two known religious philosophers and researchers: Rudolf Otto and Mircea Eliade, using the practice and philosophy of alchemy, with its peculiar vision about spirit and matter, to give the basis (more) to analyze the experience of a woman who inverts the scheduled script of a Caesarian (C-Section) birth in her 40th week of gestation in order to appreciate delivering naturally. She delivers her baby naturally, after all. The results of this reflection show the deep ramifications that the humanization of birth imply for women, in her psychology as well in her being as citizen, mother, and woman. The conclusion points out news directions for the humanization of birth, as well as what it means for the humanization of its own activists, as a wide and transforming movement of the cultural as well of the obstetrical paradigm.

Nogueira, Adriana Tanese

2006-03-01

232

Ultrasonically guided percutaneous and transvaginal follicle aspiration; a comparative study.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

In this study we compare the efficacy of ultrasonically guided percutaneous oocyte collection for in-vitro fertilization with ultrasonically guided transvaginal oocyte collection. Forty-seven patients were prospectively randomized into two groups. Twenty-four patients underwent percutaneous follicle aspiration and 23 patients underwent a transvaginal puncture. The number of aspirated oocytes per patient showed a statistically significant difference in the two groups: 2.5 for the percutaneous puncture versus 5.2 for the transvaginal procedure. The number of embryos per patient was 2.7 in the transvaginal puncture group versus 1.6 in the percutaneous puncture group. This difference was not statistically significant. The clinical pregnancy rate per patient was 12.5% with the percutaneous approach and 30.4% with the transvaginal technique. This difference was also not statistically significant. Since the transvaginal procedure also creates less discomfort to the patient and is less time-consuming it is concluded that this approach is preferable to the percutaneous puncture technique in obtaining oocytes for in-vitro fertilization.

Janssen-Caspers HA; Wladimiroff JW; van Gent I; Alberda AT; Leerentveld RA; Zeilmaker GH; Drogendijk AC

1988-04-01

233

Transvaginal surgical treatment of cesarean scar ectopic pregnancy.  

UK PubMed Central (United Kingdom)

PURPOSE: To explore the feasibility of surgical management of cesarean scar ectopic pregnancy (CSEP) using a transvaginal approach. METHODS: Thirty-eight patients with CSEP presenting at the Shenzhen Nanshan People's hospital between January 2008 and May 2012 were reviewed in the study. Ten patients underwent uterine artery embolization, 13 patients underwent endoscopic CSEP removal in combination with chemotherapy and 15 received transvaginal surgical therapy (transvaginal group). Patients were followed up for between 3 and 48 months. RESULTS: Postoperative fever and irregular menstrual bleeding after healing were each observed in one of ten patients undergoing embolization. No pregnancies were reported in this group during follow-up. Endoscopy procedures included two patients undergoing laparoscopy and 11 undergoing hysteroscopy resection. There were six pregnancies during follow-up in this group. Transvaginal surgery was performed uneventfully in all cases. All patients recovered without complications. There were no reports of irregular menstrual bleeding or changes in menstrual blood volume. Serum HCG levels declined rapidly to within the normal range. The time to menstrual cycle recovery (29.2 ± 5.7 days) was significantly shorter than with endoscopic surgery (37.6 ± 8.2 days) or embolization (64.4 ± 9.2 days; P < 0.05). Three patients became pregnant after transvaginal surgery. CONCLUSION: Transvaginal removal of ectopic pregnancy tissue is a new surgical approach for the treatment of CSEP. The efficacy and safety of the approach needs further confirmation.

Le A; Shan L; Xiao T; Zhuo R; Xiong H; Wang Z

2013-04-01

234

Programa hormonal associado ao desmame temporário, na indução de ovulação em vacas de corte durante o pós-parto Hormonal program associated to temporary weaning in the induction of ovulation in beef cows during post-partum  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available Este experimento foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de tratamentos hormonais, associados ao desmame temporário, na indução de ovulação após o parto, em fêmeas de corte criadas extensivamente. Foram utilizadas 143 vacas (Hereford e cruzas Hereford x Nelore), pluríparas, entre 50 e 70 dias após o parto, com condição corporal (CC) 2 e 3 (1-5). O grupo SEMED (somatotropina, estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame) foi constituído por 50 vacas, as quais receberam (dia 0) 500mg de somatotropina bovina recombinante (bST-r), 5mg de benzoato de estradiol e um pessário intravaginal contendo 250mg de acetato de medróxiprogesterona (MAP) e, seis dias após, (dia 6) 500UI de gonadotrofina coriônica eqüina (eCG). No momento da retirada dos pessários (dia 7), os terneiros foram separados totalmente das vacas por 96h. No grupo EMED (estradiol, medroxiprogesterona, gonadotrofina e desmame), constituído de 48 vacas, adotou-se um tratamento semelhante ao do grupo anterior, diferindo apenas na não utilização da somatotrofina. No grupo CONTROLE, 43 vacas foram unicamente separadas dos seus filhos por 96h. Logo após a retirada dos pessários vaginais e de realizado o aparte dos terneiros, as vacas foram colocadas em um piquete com touros (1:10). Após 53 dias, foi realizado o diagnóstico de gestação por palpação retal e ultra-sonografia, para detectar as vacas que conceberam no estro subseqüente aos tratamentos. Obtiveram-se índices de prenhez de 11,1% , 38,0% e 56,2% respectivamente, para os grupos CONTROLE, SEMED e EMED, cujas diferenças foram significativas (pThe purpose of this experiment was to assess the efficiency of hormonal treatments on the fertility of beef cows raised extensively on the west border region of Rio Grande do Sul, Brazil. A hundred and forty-three cows (Hereford and Crossing breeds) which were between 50 and 70 days after delivery were used and, after being classified according to their body condition (BC), varying from 1 to 5, they were separated into three groups. The SEMED group had 50 cows, which received (day 0) 500mg of bovine somatotropin (bST), 5mg of benzoate of estradiol and an intravaginal pessary containing 250mg of medroxiprogesteron acetate (MAP) and, six days later, (day 6), 500UI of equine chorionic gonadotropin (eCG). By the time the pessaries were withdrawn, the calves were totally separated from their mothers for 96 hours. In the EMED group, which had 48 cows, a treatment similar to the previous one was adopted, differing only in the non-use of somatotropin. In the CONTROL group, 43 cows were only separated from their calves for 96 hours. Right after the vaginal pessaries withdrawal and the separation from the calves, the cows were placed in an pasture with bulls (1:10). After 53 days, a pregnancy diagnosis via rectal palpation and ultrasonography was done to detect the cows that had conceived in the estrous subsequent to the treatment. Pregnancy rates of 11.1%, 38.0% and 56.2% were obtained for the groups CONTROL, SEMED e EMED respectively, whose differences were significant (p<0.0001) among the groups. In the SEMED group the cows BC interferred in the treatment, because a superiority in the pregnancy rates of cows with BC 3 was observed when compared to cows with BC 2. This difference was not verified in the other groups. The results also showed that the treatments had a different result for cows with BC 2, with pregnancy percentages of 12.5, 32.2 and 55.5 for the groups CONTROL, SEMED and EMED (SEMED vs CONTROL= p<0.01; SEMED vs EMED = p<0.01; CONTROL vs EMED = p<0.0001). The pregnancy rates of cows with BC 3 were of 10.5, 50 and 55% respectively for the groups CONTROL, SEMED and EMED and they indicated a difference of (p<0.0001) between both groups and the control group. The results evidenced that a treatment without the use of somatotropin, given to the EMED group, can be adopted successfully either in cows with BC 2 or in cows with BC 3, which is different from the treatment used in the SEMED group because

Marlon Nadal Maciel; Jairo Pereira Neves; Paulo Bayard Dias Gonçalves; João Francisco de Oliveira; Ederson Bisognin Bortolotto; Patrícia Stranieri

2001-01-01

235

Casa de parto: simbologia e princípios assistenciais Casa de parto: simbología y principios de asistencia Birth center: symbols and assistance -related principles  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available A primeira Casa de Parto vinculada ao Programa Saúde da Família possui simbologia específica. Objetivou-se identificar os símbolos que permeiam as idéias, crenças, valores e práticas e os princípios que orientam a assistência prestada na Casa de Parto. O método de pesquisa foi a etnografia e a história oral temática, o recurso empregado para entrevistar enfermeiras obstétricas da Casa. Resultados: A Casa possui o valor simbólico da inovação da assistência ao parto e o cuidado humanizado à gestante é o princípio que norteia as práticas. Considerações finais: A simbologia da Casa e as práticas de cuidado desenvolvidas constituem referência às demais Casas de parto em proposição no Brasil e devem ser conhecidas pelas enfermeiras obstétricas.La primera Casa de Parto vinculada al Programa de Salud de la Familia posee simbología específica. El Objetivo de esta encuesta es identificar los símbolos que atraviesan las ideas, creencias, valores y prácticas así como los principios que orientan la asistencia de la casa de parto. El método de la encuesta fue la etnografía y la historia oral temática fue el recurso usado para entrevistar a enfermeras obstétricas de esta Casa. Resultados: La Casa posee el valor simbólico de la innovación de la asistencia al parto y el cuidado humanizado es el principio que orienta las prácticas de enfermería. Consideraciones finales: La simbología de la Casa y las prácticas de asistencia al parto desarrolladas en esta casa constituyen referencia de las demás casas de parto en Brasil y las deben conocer las enfermeras obstétricas.The first Birth Center of the Family Health Program has specific symbols. The purpose was the identification of symbols that permeate the ideas, beliefs, values, practices, and principles that guide the assistance given at the Birth Center. Ethnography was the research method; thematic oral history was the resource employed to interview obstetric nurses in the House. Results: The House has the symbolic value of innovation in assisted deliveries. Humanized care to pregnant women is the principle that guide practices. Final considerations: The symbols of the House and the care practices developed constitute a reference to the other birth centers being proposed in Brazil, and should be known by obstetrical nurses.

Luiza Akiko Komura Hoga

2004-01-01

236

Transvaginal sonographic findings of the ectopic pregnancy  

International Nuclear Information System (INIS)

[en] Transvaginal(TV) sonography uses high-frequency transducer and allows access to the uterus and adnexa, provides better resolution and more accurate diagnosis of ectopic pregnancy. To determine the value and the utility of TV sonography for a suspected ectopic pregnancy, we studied 56 women during 4 months from January to April 1989. Of 56 patients 46 had an surgically confirmed ectopic pregnancy, 5 had not an ectopic pregnancy and 5 had not follow up. TV sonography provides definite sonographic diagnosis of ectopic pregnancy including an extrauterine gestational sac 34 cases(74%), extrauterine embryo 9 caes(19.7%), hematosalpinx 10 cases(21.7%). Overall adnexal mass was detected in 38 cases(82.6%) at initial TV sonography and in 44 cases(95.6%) at follow up TV sonography. Additional findings were uterine decidual reaction 19 cases(41.3%), pseudo G-sac 4 cases(8.7%), cul-de-sac fluid 42 cases(91.2%). Follow-up TV sonography showed newly developed or growing adnexal mass in 8 among 9 cases. False positive 5 cases were two ovarian cysts, one incomplete abortion, two parametrial thickening due to previous ectopic pregnancy and salpingectomy. TV sonography may improve the govality of patient management by early diagnosis and early surgical treatment, so may preserve fertility. In conclusion, we may suggest that TV sonography is an integral part of diagnostic modality in suspected ectopic pregnancy

1989-01-01

237

Eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico no tratamento da incontinência urinária de esforço: avaliações clínica e ultra-sonográfica  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available OBJETIVO: Verificar o efeito da eletroestimulação transvaginal no tratamento de mulheres com incontinência urinária de esforço (IUE) adequadamente selecionadas. MÉTODOS: Vinte e duas mulheres com IUE, diagnosticadas através de estudo urodinâmico, foram submetidas à eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico. A média das idades foi de 49 anos (22 a 74 anos). Foram realizadas duas sessões semanais, com duração de 20 minutos cada, durante oito semanas. Todas as mulheres foram avaliadas por anamnese, exames clínico e uroginecológico, registro semanal dos episódios de perda urinária, teste de esforço e ultra-sonografia transperineal antes e após o tratamento. Os parâmetros elétricos utilizados foram: pulso de 700 microssegundos, freqüência de 50 Hertz e intensidade com variação entre 12 e 53 miliamperes, de acordo com a sensibilidade da mulher. RESULTADOS: Consideraram-se satisfeitas com a eletroestimulação 18 mulheres (81,7%), havendo redução significativa do número de perdas urinárias (p<0,01). O teste de esforço foi negativo em 77,2% das mulheres após o tratamento. A pressão de perda sob esforço aumentou em 14 mulheres (64%), não alcançando, entretanto, valor com significância estatística (p = 0,37). A avaliação ultra-sonográfica não demonstrou diferença significativa na mobilidade do colo vesical antes e após as sessões de eletroestimulação (p = 0,30). CONCLUSÃO: A eletroestimulação transvaginal do assoalho pélvico representou uma alternativa terapêutica efetiva e segura às mulheres com IUE sem defeito esfincteriano, com diminuição significativa dos episódios de perda urinária.

Herrmann Viviane; Potrick Benhur Antônio; Palma Paulo César Rodrigues; Zanettini Cassio Luis; Marques Andrea; Netto Júnior Nelson Rodrigues

2003-01-01

238

Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996  

Directory of Open Access Journals (Sweden)

Full Text Available O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju), no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970) e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo). Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

Gurgel Ricardo Queiroz; França Vera Lúcia Alves; Matos Diana Melo de

2003-01-01

239

Transvaginal laparo-endoscopic single-site sigmoidectomy.  

Science.gov (United States)

We report a case of sigmoid colon resection by single-incision laparoscopic surgery using transvaginal access. The patient was a 54-year-old woman with early stage sigmoid cancer who had no previous surgery and had a body mass index of 23.5 kg/m(2). The operative time was 270 min, and the blood loss was negligible. We used only transvaginal access, since no transabdominal assistance was required. No complications occurred. Minimal postoperative pain and a rapid recovery of gastrointestinal function were observed. As novel equipment is introduced into clinical practice, transvaginal laparoscopic procedures will most likely become increasingly popular in abdominal surgery. In particular, this type of procedure will have a more defined role in colorectal surgery. Indeed, in the future, it may become an alternative for natural orifice transluminal endoscopic surgery. PMID:22358498

Shelygin, Y A; Frolov, S A; Achkasov, S I; Sushkov, O I; Shakhmatov, D G

2012-02-23

240

Transvaginal ultrasonography of rectosigmoid endometriosis : interobserver variation of lesion size  

DEFF Research Database (Denmark)

This study evaluates the interobserver variation of transvaginal ultrasonographic measurements of the size of deep infiltrating endometriosis lesions in the rectosigmoid wall performed by an experienced and a less experienced sonographer. Fifteen outpatient women were seen for a gynecologic examination and 24 women were seen with rectosigmoid endometriosis. Transvaginal ultrasonography was performed independently by two observers with a focus on the presence and size of rectosigmoid endometriosis. The senior observer had several years of experience, whereas the junior observer was a medical student with no prior experience in transvaginal ultrasonography. The findings of the two observers were identical concerning the identification of rectosigmoid endometrio